WorldWideScience

Sample records for risco cardiovasculares em

  1. Treinamento resistido reduz riscos cardiovasculares em idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Ângelo Macêdo Santiago

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O envelhecimento humano aliado ao estilo de vida sedentário é marcado por alterações metabólicas com modificação na composição corporal, que repercutem diretamente na proteína C-reativa (PCR, sendo este um importante marcador de risco de doenças cardiovasculares (DCV. O treinamento resistido (TR é um método muito utilizado na prevenção de doenças associadas ao envelhecimento. Objetivo: Avaliar os efeitos de oito semanas de TR sobre a composição corporal, força muscular e PCR em um grupo de idosas.MÉTODO: Foi realizado um estudo experimental com 10 idosas (63 ± 2 anos de idade. Para o ensaio de PCR, análises bioquímicas de hemograma e lipidograma completos foram coletadas amostras de sangue venoso periférico antes do exercício e 24 horas depois. Para medidas antropométricas calcularam-se índice de massa corporal (IMC, relação cintura/quadril (RCQ e composição corporal. O TR foi realizado por Série Combinada - Bi-Set. Para a análise estatística, primeiramente foi realizado o teste de normalidade de Shapiro-Wilk (p > 0,05 para testes paramétricos. As variáveis do grupo foram apresentadas como média e desvio padrão. Para variáveis de PCR, antropométricas, composição corporal e perfil lipídico foram realizados o teste t de Student,tanto anterior quanto posteriormente às oito semanas de treinamento. Para as amostras da evolução das cargas e médias do consumo alimentar foi realizado o teste One Way ANOVA e, quando necessário, o teste post hoc de Tukey. O nível de significância adotado foi de p ≤ 0,05.RESULTADOS: Houve redução estatisticamente significativa (p = 0,02 para as concentrações séricas de PCR, o que significa uma redução de 70,96%, além de diminuir a massa gorda e aumentar a massa magra e a carga de treino após oito semanas.CONCLUSÃO: Oito semanas de TR reduziram as concentrações séricas de proteína C-reativa, assim como diminuíram a massa gorda e aumentaram o

  2. Fatores de risco cardiovascular em alcoolistas em tratamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayla Cardoso Fernandes Toffolo

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de fatores de risco cardiovascular, com ênfase na hipertensão e na adiposidade corporal, em alcoolistas abstinentes ou não abstinentes em tratamento. MÉTODO: Trata-se de um estudo transversal com 65 pacientes alcoolistas em tratamento no CAP-Sad. O grau de dependência do álcool foi avaliado pelo SADD (Short Alcohol Dependence Data e o uso de outras drogas, pelo ASSIST (Alcohol Smoking and Substance Involvement Screening Test. Foram avaliados o perfil bioquímico e o antropométrico dos usuários. RESULTADOS: Participaram do estudo 42 homens e 23 mulheres. A maioria dos participantes (67,74% apresentou dependência alcoólica grave, com uso de álcool associado principalmente a cigarro (66,15%. A média da circunferência da cintura (CC foi significativamente maior entre os abstinentes, em comparação aos não abstinentes (AB: 88,15 ± 15,95 x NA: 81,04 ± 9,86; p = 0,03. Pacientes abstinentes há mais tempo tiveram maior sobrepeso/obesidade e adiposidade abdominal (CC do que os não abstinentes e abstinentes recentes, com razão de chances de 5,25. Os abstinentes apresentaram razão de chances de 3,38 para %GC acima da média, independente do tempo de abstinência. CONCLUSÃO: Pacientes alcoolistas abstinentes apresentam mais sobrepeso/ obesidade, adiposidade corporal (%GC e abdominal (CC do que os não abstinentes. É importante o acompanhamento multiprofissional no tratamento de alcoolistas com abordagem para fatores de risco cardiovasculares, principalmente evitando o ganho de peso.

  3. Ecocardiograma e fatores de risco cardiovascular em obesos graves

    OpenAIRE

    Elaine Gonçalves Moreira Rocha, Isaura

    2003-01-01

    Introducão: Alterações em parâmetros hemodinâmicos e na função cardíaca ocorrem na obesidade grave, em associação a outros fatores de risco cardiovascular, como dislipidemia, hipertensão arterial e diabete melito. Material e métodos: Foi descrito o perfil clínico, metabólico, ecocardiográfico e o risco de doença cardiovascular, avaliado através do escore de Framingham, em 32 obesos graves candidatos à gastroplastia, no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, entre jane...

  4. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (p<0,05. Os adolescentes com maior grau de obesidade apresentaram maiores frequências de alterações para glicemia, HOMA-IR, triglicérides, HDL e pressão arterial (p<0,05. O modelo logístico mostrou associações entre o grau de obesidade e as variáveis: HDL (OR=5,43, PA (OR=4,29, TG (OR=3,12. O escore de risco demonstrou que 57,7% dos adolescentes com maiores graus de obesidade tinham duas ou mais alterações metabólicas para 16,7% do outro grupo (p<0,001. CONCLUSÃO: O grau da obesidade influenciou no aparecimento de alterações que compõem a síndrome metabólica, aumentando o risco cardiovascular.

  5. Fatores de risco cardiovascular em adultos jovens de um município do Nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emiliana Bezerra Gomes

    2012-08-01

    Full Text Available Objetivou-se averiguar fatores de risco cardiovasculares em adultos jovens num interior do Nordeste brasileiro. Estudo quantitativo realizado com 351 escolares adultos jovens de 12 escolas públicas em Juazeiro do Norte, Ceará, selecionados aleatoriamente e estratificados por escola e turno. Os resultados apresentaram maioria feminina, mestiça, conciliando estudo e trabalho, sem companheiro(a e morando com os pais. Houve sedentarismo (57,3%, obesidade/sobrepeso (19,4%, adição de sal à comida (54,4%, ingestão alcoólica (76,1%, hipertensão arterial (1,1% com 50% de não adesão ao tratamento, diabetes mellitus (0,6% e antecedentes familiares de doenças cardiovasculares (86,3%. Caracterizar os riscos cardiovasculares entre os adultos jovens direciona ações de saúde e potencialidades nas parcerias com as escolas.

  6. Doença cardiovascular e fatores de risco cardiovascular em candidatos a transplante renal Cardiovascular disease and risk factors in candidates for renal transplantation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Henrique Wolff Gowdak

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de doença cardiovascular (DCV e de fatores de risco tradicionais em portadores de insuficiência renal crônica em avaliação para inclusão em lista para transplante renal. MÉTODOS: Foram submetidos à avaliação clínica e exames complementares 195 pacientes com insuficiência renal crônica dialítica e comparados a grupo de 334 hipertensos pareados por idade. As equações de Framingham foram usadas para o cálculo do risco absoluto (RA; o risco relativo (RR foi calculado tendo como referência o risco absoluto da coorte de baixo risco de Framingham. RESULTADOS: Do total, 37% apresentaram algum tipo de doença cardiovascular na avaliação inicial, sendo que arteriopatia obstrutiva (23% foi a mais prevalente. Excluídos os pacientes com doença cardiovascular, em relação aos fatores de risco tradicionais, houve diferença significativa quanto à pressão arterial sistólica e colesterol total (maiores no grupo de hipertensos e às prevalências de homens, diabetes e tabagismo, maiores no grupo de insuficiência renal crônica, que apresentou maior grau de hipertrofia ventricular esquerda, menor pressão arterial diastólica e menor prevalência de história familiar de doença cardiovascular e obesidade. O risco relativo para doença cardiovascular dos pacientes com insuficiência renal crônica foi mais elevado em relação à população controle de Framingham porém não diferiu da observada no grupo de hipertensos. CONCLUSÃO: Em candidatos a transplante renal é significativa a prevalência de doença cardiovascular e de fatores de risco tradicionais; as equações de Framingham não quantificam adequadamente o risco cardiovascular real e outros fatores de risco específicos desta população devem contribuir para o maior risco cardiovascular.OBJECTIVE: To determine the prevalence of cardiovascular disease (CVD and traditional risk factors in patients with chronic renal failure undergoing

  7. Zinco e risco cardiovascular de pacientes nefropatas em tratamento de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ádila da Silva Castro

    2018-02-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar a relação entre concentração de zinco e risco cardiovascular em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise. Métodos: Estudo analítico, retrospectivo e transversal, realizado em Fortaleza, Ceará, em 2012, do qual participaram 43 adultos com insuficiência renal crônica em hemodiálise (grupo HD e 35 saudáveis (CO - controle. Coletaram-se dados socioeconômicos e bioquímicos (colesterol total - CT, lipoproteína de baixa densidade - LDL, lipoproteína de muito baixa densidade - VLDL, lipoproteína de alta densidade - HDL e triglicerídeos - TG; determinou-se zinco plasmático por espectrometria de emissão óptica com plasma acoplado; coletou-se perfil lipídico do grupo HD do prontuário e do grupo CO por meio de kit Bioclin®. Obteve-se colesterol não-HDL pela fórmula: não-HDL = CT – HDL-c. Calculou-se risco cardiovascular pela razão TG/HDL, considerando risco quando >3,8. Análises por meio de testes t de Student, Pearson ou Spearman. Resultados: O zinco do grupo HD encontrou-se abaixo da referência e menor (p<0,001 em relação ao controle (68,40µg/dL e 85,53µg/dL, respectivamente. HDL no grupo HD mostrou-se abaixo da recomendação (39,64±11,58. VLDL (29,02±14,03mg/dL do grupo HD foi maior (p<0,001 que no CO (15,47±10,65mg/dL. LDL do grupo HD maior que no CO (p=0,05 e o TG no grupo HD (145,14±70,15mg/dL maior (p<0,001 que no CO (77,35±53,25mg/dL. Encontrou-se razão TG/HDL no grupo HD de 4,02±2,60 (p=0,04, indicando maior risco cardiovascular. Pacientes com maior relação TG/HDL apresentaram menores níveis de zinco (p=0,011. Conclusão: Os pacientes em hemodiálise apresentaram deficiência de zinco e possuíam elevado risco cardiovascular, porém sem correlação entre zinco e perfil lipídico.

  8. Prevalência de Fatores de Risco Cardiovascular em Pacientes em Hemodiálise - O Estudo CORDIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayme Eduardo Burmeister

    2014-06-01

    Full Text Available Fundamentos: Há uma carência de dados epidemiológicos sobre o perfil de risco cardiovascular nos pacientes renais crônicos em hemodiálise no Brasil. Objetivo: O estudo CORDIAL foi planejado para avaliar fatores de risco cardiovascular e acompanhar a evolução de uma população em programa de hemodiálise numa cidade metropolitana do Brasil. Métodos: Todos os pacientes em hemodiálise por doença renal crônica nos quinze centros de nefrologia de Porto Alegre foram considerados para inclusão na fase inicial do estudo CORDIAL. Dados clínicos, laboratoriais e demográficos foram obtidos nos registros médicos, e em entrevistas individuais estruturadas realizadas com todos os pacientes por pesquisadores treinados. Resultados: Foram incluídos 1215 pacientes (97,3% de todos os que estavam em hemodiálise na cidade de Porto Alegre. A média de idade era 58,3 anos, 59,5% eram homens e 62,8% eram brancos. A prevalência de fatores de risco cardiovascular encontrada foi 87,5% para hipertensão, 84,7% para dislipidemia, 73,1% para sedentarismo, 53,7% para tabagismo e 35,8% para diabetes. Em uma análise multivariada ajustada, sedentarismo (p = 0,032; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,15, dislipidemia (p = 0,019; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,14, e obesidade (p < 0,001; RP 1,96 - IC95%: 1,45-2,63 foram mais frequentes em mulheres; e hipertensão (p = 0,018; PR 1,06 - IC95%: 1,01-1,11 e tabagismo (p = 0,006; RP 2,7 - IC95%: 1,79-4,17 foram mais frequentes naqueles com menos de 65 anos. Sedentarismo apresentou uma associação independente com tempo em diálise inferior a 12 meses (p < 0,001; RP 1,23 - IC95%: 1,14-1,33. Conclusão: Pacientes em hemodiálise nesta metrópole do sul do Brasil apresentaram uma prevalência elevada de fatores de risco cardiovascular similar a diversos países do hemisfério norte.

  9. Associação entre peso de nascimento e fatores de risco cardiovascular em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Amenaide Carvalho Alves de Sousa

    2013-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Peso ao nascer (PN é um determinante de risco a médio e longo prazo de fatores de risco cardiovascular. OBJETIVO: Estudar a associação entre peso ao nascer e fatores de risco cardiovascular em adolescentes de Salvador. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com grupos de comparação por PN. Amostra composta de 250 adolescentes, classificados segundo IMC: normal alto (>p50 e p85 ep95. As variáveis de risco para comparação foram: circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico, glicemia, insulina sérica, HOMA-RI e síndrome metabólica. Peso de nascimento foi informado pelos pais e classificado como baixo peso (PN 4.000g. RESULTADOS: Cento e cinquenta e três (61,2% meninas, idade 13,74 ± 2,03 anos, PN normal 80,8%, baixo PN 8,0% e alto PN 11,2%. Observou-se maior frequência de obesidade (42,9%, p=0,005, PAS e PAD elevadas (42,9%, p=0,000 e 35,7%, p=0,007, respectivamente e síndrome metabólica (46,4%,p =0,002 no grupo com PN alto em relação ao PN normal. Indivíduos de alto PN apresentaram RP para PAS elevada 3,3(I.C. 95%, 1,7-6,4 e para obesidade 2,6 (I.C. 95%, 1,3-5,2 em relação aos com PN normal. A CA foi 83,3 ± 10,1 [p=0,038] nos adolescentes com alto PN. O perfil lipídico não mostrou diferenças estatisticamente significantes. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que obesidade, PAS e PAD elevadas e síndrome metabólica na adolescência têm chance significativa de associar-se a alto peso no nascimento.

  10. Cardiovascular risk assessment in hypertensive patients Evaluación del riesgo cardiovascular en hipertensos Avaliação do risco cardiovascular em hipertensos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Amaral de Paula

    2013-06-01

    ó diferencia significativa entre la clasificación del riesgo cardiovascular, cuya correlación muestra discreta concordancia entre las dos escalas. Los elementos relacionados al estilo de vida parecen ser determinantes en el aumento del riesgo cardiovascular. OBJETIVO: avaliar o risco cardiovascular, utilizando o escore de Framingham tradicional e o modificado pela incorporação de fatores de risco emergentes, como história familiar de infarto agudo do miocárdio, síndrome metabólica e doença renal crônica. MÉTODO: participaram 50 hipertensos que faziam tratamento ambulatorial. Os dados clínicos foram obtidos por meio de entrevista semiestruturada e os laboratoriais, coletados em prontuários. RESULTADOS: verificou-se que o escore de Framingham tradicional foi predominantemente baixo (74%, 14% apresentou médio risco e 12% alto risco. Após a inclusão de fatores de risco emergentes, a chance de ocorrer um evento coronariano foi baixa em 22% dos casos, média em 56% e alta em 22% dos casos. CONCLUSÕES: a comparação entre o escore de risco de Framingham tradicional e o modificado demonstrou diferença significativa entre a classificação do risco cardiovascular, cuja correlação mostra discreta concordância entre as duas escalas. Os elementos relacionados ao estilo de vida parecem ser determinantes do aumento de risco cardiovascular.

  11. Risco presumido para doenças cardiovasculares em servidores de uma universidade estadual do Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Antonia Sanches Ito

    2014-09-01

    Full Text Available Segundo o Ministério da Saúde, há uma carência de informações epidemiológicas relativas a fatores de risco relacionados às doenças crônicas não transmissíveis e que podem ser evitáveis, em sua maioria, com a modificação de estilo de vida, detecção precoce e o controle oportuno, Dentre estas, destacam-se as doenças cardiovasculares, as quais, segundo dados da Secretaria de Saúde do Paraná, apresentam maior impacto sobre a mortalidade, O objetivo deste trabalho foi avaliar a saúde dos servidores da Universidade Estadual de Ponta Grossa por meio do risco total presumido em desenvolver doenças do aparelho circulatório, de acordo com o Escore de Framingham e ocorrência de fatores de risco modificáveis, Para tanto, aplicou-se inquérito epidemiológico e determinaram-se parâmetros antropométricos, parâmetros laboratoriais e pressão arterial, As análises laboratoriais foram realizadas no Laboratório Universitário de Análises Clínicas em rotina automatizada, Os resultados revelaram o risco absoluto de infarto (calculado usando o Escore de Framingham e morte em 10 anos, Segundo este critério, 78 dos 86 voluntários enquadraram-se em baixo risco no desenvolvimento de doenças cardiovasculares, Entretanto, a ocorrência de fatores de risco modificáveis, como sobrepeso e obesidade, tabagismo e hipertensão, aponta para a necessidade de medidas educativas e preventivas em relação aos fatores de risco observados nos servidores da Universidade, os quais devem ser alvos de um programa de saúde que contemple esses aspectos.

  12. INDICADORES ANTROPOMÉTRICOS E FATORES DE RISCO CARDIOVASCULAR EM TRABALHADORES RURAIS

    OpenAIRE

    Pohl, Hildegard Hedwig; Arnold, Elise Ferreira; Dummel, Kely Lisandra; Cerentini, Taís Marques; Reuter, Éboni Marília; Reckziegel, Miriam Beatris

    2018-01-01

    RESUMO Introdução: A obesidade tem provocado diversos agravos à saúde, impulsionada pela industrialização, avanços tecnológicos, urbanização e estilo de vida; esses aspectos estão relacionados com disfunções cardiovasculares. Diversos fatores estão associados aos problemas saúde da população, os quais podem ser previamente identificados com técnicas simples, como medidas antropométricas e escores de risco, usadas para determinar possíveis riscos. Objetivo: Relacionar variáveis antropométric...

  13. Estresse e risco cardiovascular: intervenção multiprofissional de educação em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cármen Marilei Gomes

    2016-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: identificar o risco cardiovascular e o estresse em educadores (gestores e professores do sul do Brasil, avaliados antes e depois de intervenção com atividades de gerenciamento do estresse e educação em saúde. Método: estudo longitudinal do tipo antes e depois. A amostra foi constituída por 49 participantes. Foram obtidas variáveis sociodemográficas, antecedentes de morbidade e hábitos da vida diária. Os dados de risco para doença cardiovascular foram pressão arterial, índice de massa corporal, relação cintura-quadril, perfil lipídico e glicemia capilar. O estresse foi avaliado pelo Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL. O gerenciamento ocorreu durante quatro meses, em encontros semanais com equipe multidisciplinar. Resultados: após as intervenções, observou-se redução estatisticamente significativa das variáveis investigadas, salvo glicemia no grupo gestores. Conclusão: atividades de gerenciamento são potenciais ferramentas na identificação e controle dos fatores de risco estudados, em especial aquelas de foco multi e transdisciplinar.

  14. Micronutrientes antioxidantes e risco cardiovascular em pacientes com diabetes: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Aguiar Sarmento

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Associações inversas entre a ingestão de micronutrientes e desfechos cardiovasculares foram demonstradas previamente na população geral. OBJETIVO: Revisar sistematicamente o papel de micronutrientes no desenvolvimento/presença de desfechos cardiovasculares em pacientes com diabetes. MÉTODOS: Foi realizada uma busca nas bases de dados Medline, Embase e Scopus (Janeiro/1949-Março/2012 por estudos observacionais que avaliaram micronutrientes antioxidantes e desfechos cardiovasculares em pacientes com diabetes e, em seguida, os dados foram selecionados e extraídos (dois revisores independentes. RESULTADOS: Dos 15658 estudos identificados, cinco foram incluídos, sendo três de caso-controle e dois de coorte, com um acompanhamento de 7-15 anos. Uma metanálise não foi realizada devido aos diferentes micronutrientes antioxidantes (tipos e métodos de medição e os desfechos avaliados. Os micronutrientes avaliados foram: vitamina C (dieta e/ou suplementação, cromo e selênio em amostras de unha, e α-tocoferol e zinco no soro. A ingestão de > 300 mg de vitamina C a partir de uplementos esteve associada a um risco aumentado de doença cardiovascular, doença arterial coronariana (DAC e acidente vascular cerebral (RR 1,69-2,37. Altos níveis de α-tocoferol no soro foram associados a um risco 30% inferior de DAC em outro estudo (RR 0,71, IC 95% 0,53-0,94. Entre os minerais (zinco, selênio e cromo, foi observada uma associação inversa entre o zinco e a DAC: níveis inferiores a 14,1 μmol/L foram associados a um risco aumentado para DAC (RR 1,70, IC 95% 1,21-2,38. CONCLUSÃO: A informação disponível sobre essa questão é escassa. Estudos prospectivos adicionais são necessários para elucidar o papel desses nutrientes no risco cardiovascular de pacientes com diabetes.

  15. Identificação de fatores de risco cardiovascular em pais/cuidadores de crianças cardiopatas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Feijó Borges

    2012-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: As doenças cardiovasculares representam uma das principais causas de morbimortalidade no mundo. No Brasil, constituem a principal causa de óbitos. OBJETIVO: Identificar fatores de risco cardiovasculares em pais/cuidadores de crianças cardiopatas, mediante avaliação do estado nutricional, condições de saúde e estilo de vida. MÉTODOS: Estudo transversal, com 150 pais ou cuidadores de crianças cardiopatas que frequentavam um ambulatório de cardiologia pediátrica. Dados de identificação, estilo de vida e condições de saúde foram coletados por meio de questionário estruturado. Para análise dos hábitos alimentares utilizou-se questionário de frequência alimentar, e para avaliação do estado nutricional foram realizadas aferições de peso, estatura e circunferência da cintura e cálculo e classificação do Índice de Massa Corporal (IMC. RESULTADOS: Foram avaliados 155 pais de crianças cardiopatas, predominantemente do sexo feminino, 91,6%; a média de idade foi 35,0 ± 10,6 anos. Os fatores de risco observados em maior prevalência foram sedentarismo (85,2%, obesidade (28% e hipertensão (22,6%. Em relação aos hábitos alimentares foi identificada elevada frequência de consumo de carne vermelha, margarina, azeite, açúcar e baixo consumo de peixes. A comparação entre os gêneros apresentou diferença significativa em relação à obesidade, detectada pelo IMC, e hipertensão, e ambas foram mais presentes entre mulheres. A medida da circunferência da cintura também evidenciou maior risco cardiovascular nas mulheres. CONCLUSÃO: Foram identificados fatores de risco para doenças cardiovasculares nos pais/cuidadores avaliados, como excesso de peso, sedentarismo e hipertensão, além de hábitos alimentares inadequados como elevada frequência de consumo de gorduras saturadas e colesterol e baixa frequência de consumo de gorduras insaturadas.

  16. Fatores de risco cardiovascular e consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Elisabete Hilgenberg

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é investigar a prevalência de fatores de risco cardiovascular e inadequações de consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira e a associação com sexo e ano de formação. Estudo transversal com 166 cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira, em Pirassununga – SP, entre junho e dezembro de 2013. Foram avaliadas medidas antropométricas, parâmetros bioquímicos e clínicos, nível de atividade física, tabagismo e consumo alimentar. Testes de Qui-Quadrado de Pearson ou Exato de Fisher foram utilizados. A prevalência de excesso de peso (IMC >25,0 kg/m2 foi de 29,7% nos homens e de 16,7% nas mulheres. Hipertensão arterial foi prevalente em 15,2% dos homens. Verificou-se hipercolesterolemia em 50,7% dos cadetes; 24,3% apresentaram valores elevados de lipoproteína de baixa densidade e, 11,2%, lipoproteína de alta densidade baixa. Houve associação entre tempo de permanência na Academia e lipoproteína de alta densidade baixa. Observou-se consumo elevado de gorduras saturadas (87,2% e de colesterol (42,7%. A ingestão inadequada de fibras foi verificada em 92,7% da amostra. Observou-se considerável prevalência de fatores de risco cardiovascular entre os cadetes, principalmente hipercolesterolemia e consumo alimentar inadequado.

  17. Risco cardiovascular em profissionais de saúde de serviços de atendimento pré-hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Cavagioni

    2012-04-01

    Full Text Available Avaliar os fatores de risco cardiovascular, com ênfase na hipertensão, e estratificá-los de acordo com o Escore de Risco de Framingham (ERF. Estudo com 154 profissionais que atuavam em aten-dimento pré-hospitalar na cidade de São Paulo e rodovia Br-116. Foi considerado significante o valor de p110mg/dL- 11%, colesterol total>200mg/dL- 36%, LDL-c>130mg/dL- 33%, HDL-c150mg/dL- 30% e proteína C reativa>0,5mg/dL- 16%. O ERF foi médio em 10,3% e alto em 1,3%. Na análise de regressão logística verificou-se que a hipertensão associou-se com as variáveis: HDL-c (odds ratio: 0,257 e ERF (odds ratio: 23,159. Houve forte associação entre ERF e hipertensão. Os dados chamam a atenção, por se tratar principalmente de profissionais da área da saúde relativamente jovens.

  18. QUEMERINA E FATORES RELACIONADOS AO RISCO CARDIOVASCULAR EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Sequeira Fontes

    2018-01-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Sintetizar os achados sobre a quemerina e os fatores relacionados ao risco cardiovascular em crianças e adolescentes. Fontes de dados: Realizou-se uma revisão sistemática de acordo com os itens propostos pela diretriz PRISMA nas bases de dados PubMed, Science Direct e Lilacs. Utilizaram-se os descritores chemerin de forma associada a children e adolescent, sem limite de tempo. A pesquisa limitou-se a artigos originais realizados com seres humanos, em língua inglesa, excluindo-se a população adulta e idosa, assim como os artigos de revisão, comunicação breve, cartas e editoriais. Síntese dos dados: Após análise dos estudos por dois revisores, de forma independente, segundo os critérios de elegibilidade, permaneceram na revisão sete artigos, publicados entre 2012 e 2016. Foram incluídos estudos de delineamento transversal, prospectivo, coorte e caso-controle. A importância da adipocina quemerina nos fatores de risco para doenças cardiovasculares é demonstrada por meio de sua associação com obesidade e diabetes melito, assim como com parâmetros clínicos, antropométricos e bioquímicos. Entretanto, a força da evidência dos estudos é relativamente baixa, em função da heterogeneidade das publicações, destacando-se como limitações o número reduzido das amostras e sua ausência de representatividade, a falta de padronização dos métodos de dosagem, o delineamento transversal de grande parte dos estudos e a impossibilidade de extrapolação dos resultados. Conclusões: A desregulação da quemerina provocada pelo aumento de tecido adiposo pode contribuir para o aparecimento de doenças cardiovasculares, sugerindo que tal adipocina tem papel relevante na identificação precoce de indivíduos em risco.

  19. Prescrição de terapias baseadas em evidências para pacientes de alto risco cardiovascular: estudo REACT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otávio Berwanger

    2013-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Dados de atendimento ambulatorial ao paciente de alto risco cardiovascular no Brasil são insuficientes. OBJETIVO: Descrever o perfil e documentar a prática clínica do atendimento ambulatorial de pacientes de alto risco cardiovascular no Brasil, no que diz respeito à prescrição de terapias baseadas em evidências. MÉTODOS: Registro prospectivo que documentou a prática clínica ambulatorial de indivíduos de alto risco cardiovascular, que foi definido como a presença de um dos seguintes fatores: doença arterial coronariana, cerebrovascular e vascular periférica; diabetes; ou aqueles com pelo menos três dos seguintes fatores: hipertensão arterial, tabagismo, dislipidemia, maiores 70 anos, histórico familiar de doença arterial coronariana, nefropatia crônica ou doença carotídea assintomática. Foram avaliadas características basais e a taxa de prescrição das intervenções medicamentosas e não medicamentosas. RESULTADOS: Foram incluídos 2.364 pacientes consecutivos, sendo 52,2% do gênero masculino, idade média de 66,0 anos (± 10,1. Dentre os pacientes incluídos, 78,3% utilizavam antiplaquetários, 77,0% estatinas e, dos pacientes com história de infarto do miocárdio, 58,0% receberam betabloqueadores. O uso concomitante destas três classes foi de 34%. Não atingiram as metas preconizadas pelas diretrizes 50,9% dos hipertensos, 67% dos diabéticos e 25,7% dos dislipidêmicos. Os principais preditores de prescrição de terapias com benefício comprovado foram centro com cardiologista e histórico de doença arterial coronariana. CONCLUSÃO: Este registro nacional e representativo identificou hiatos importantes na incorporação de terapias com benefício comprovado, oferecendo um panorama real dos pacientes de alto risco cardiovascular.

  20. Ações primárias em saúde cardiovascular: avaliação de indicadores de risco em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Leite de Araujo

    2009-06-01

    Full Text Available Estudos sobre indicadores de risco cardiovasculares são importantes em escolares. O objetivo do estudo foi associaros valores da pressão arterial sistólica (PAS e da pressão arterial diastólica (PAD com os dados antropométricosíndice de massa corporal (IMC, relação cintura-quadril (RCQ, pregas cutâneas tricipital e subescapular,sedentarismo, etilismo, tabagismo e história familiar de alterações cardiovasculares nos escolares que mantiveramvalores da pressão arterial acima do percentil 90 em três avaliações da saúde cardiovascular. Estudo de coorte,realizado em uma escola pública de Fortaleza, no período de 2004 a 2006. Foram avaliados os indicadores de risco e apressão arterial de 480 escolares. Os escolares que apresentaram, na primeira avaliação, valores iniciais da pressãoarterial acima do percentil 90 foram acompanhados em mais duas avaliações, com vistas a se confirmar alterações dapressão arterial. A amostra foi composta por 85 escolares. Nas crianças os valores da PAS estiveram correlacionadoscom a idade e a altura. Já a PAD esteve correlacionada com o perímetro do quadril, peso e altura. Nos adolescentes,os valores da PAS e da PAD estiveram correlacionados com a altura. Reforça-se a importância de estudos que avalieme acompanhem os indicadores de risco e a pressão arterial de escolares.

  1. Riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade Riesgos cardiovasculares en adolescentes con diferentes grados de obesidad Cardiovascular risks in adolescents with different degrees of obesity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Silvia Ferrari Lavrador

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos sobre riscos cardiovasculares em adolescentes com diferentes graus de obesidade. OBJETIVO: Avaliar repercussões metabólicas associadas a diferentes graus de obesidade em adolescentes e seu impacto nos riscos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 80 adolescentes obesos, divididos em dois grupos: 22,5, denominados obesos com menor e maior grau de obesidade, respectivamente. Foram realizados exame físico e avaliação bioquímica e de composição corporal. Para a análise estatística, foram aplicados os testes t-Student e qui-quadrado, com a finalidade de comparar os dois grupos. Modelo logístico múltiplo foi utilizado para verificar as associações entre variáveis bioquímicas e grau de obesidade. Foram desenvolvidos escores de risco para doença cardiovascular, de acordo com o número de alterações encontradas nas seguintes variáveis: glicemia de jejum, triglicérides, HDL e PA. Foram verificadas associações entre esses escores e o grau de obesidade. RESULTADOS: Os dois grupos diferiram em valores de peso, circunferência da cintura, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, triglicérides, HDL, PA e medidas de composição corporal (pFUNDAMENTO: Existen pocos estudios sobre riesgos cardiovasculares en adolescentes con diferentes grados de obesidad. OBJETIVO: Evaluar repercusiones metabólicas asociadas a diferentes grados de obesidad en adolescentes y su impacto en los riesgos cardiovasculares. MÉTODOS: Estudio transversal con 80 adolescentes obesos, divididos en dos grupos: 22,5, denominados obesos con menor y mayor grado de obesidad, respectivamente. Se llevaron a cabo examen físico y evaluación bioquímica y de composición corporal. Para el análisis estadística, se aplicaron las pruebas t-Student y chi-cuadrado, con la finalidad de comparar los dos grupos. Modelo logístico múltiple se utilizó para verificar las asociaciones entre variables bioquímicas y grado de obesidad. Se

  2. Hiperhomocisteinemia e o risco cardiovascular

    OpenAIRE

    Gannabathula Sree Vani

    2002-01-01

    Nível elevado de homocisteína (Hcy) no plasma é considerado fator de risco de doença cardiovascular. Consumo reduzido de vitaminas B6, B12 e ácido fólico tem sido relacionado com hiperhomocisteinemia. O objetivo desse estudo foi verificar o consumo de vitaminas B6, B12 e ácido fólico nas populações urbana e rural, bem como a correlação dos níveis plasmáticos dessas vitaminas com os níveis plasmáticos de Hcy. Também determinamos os níveis séricos de lipídeos e avaliamos o risco cardiovascular ...

  3. Fatores de risco cardiovasculares em adolescentes: indicadores biológicos e comportamentais Cardiovascular risk factors in adolescents: biological and behavioral indicators

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dartagnan Pinto Guedes

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Oferecer informações descritivas e investigar a extensão com que os fatores de risco para doenças cardiovasculares de natureza comportamental estão associados aos fatores de risco biológicos na população jovem. MÉTODOS: Amostra de 452 adolescentes (246 moças e 206 rapazes com idades entre 15 e 18 anos, selecionados de uma escola de ensino médio da cidade de Londrina, Paraná. Fatores de risco de natureza comportamental foram analisados mediante prática insuficiente de atividade física, ingestão excessiva de gorduras e de colesterol e uso de tabaco. Como indicadores dos fatores de risco biológicos recorreu-se ao sobrepeso, aos níveis elevados de pressão arterial e concentrações não-favoráveis de lipídios-lipoproteínas plasmáticas. RESULTADOS: Por volta de 20% das moças e 16% dos rapazes apresentaram pelo menos um fator de risco biológico para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O sobrepeso se associou significativamente com a ingestão excessiva de gorduras, enquanto a pressão arterial elevada se relacionou com o estilo de vida sedentário e o uso de tabaco. A excessiva ingestão de gorduras e de colesterol indicou risco aumentado de concentrações indesejáveis de lipídios-lipoproteínas plasmáticas. Adolescentes fumantes tenderam a demonstrar risco de pressão arterial e de lipídios-lipoproteínas plasmáticas alterados duas vezes maior que não-fumantes. CONCLUSÃO: Os resultados reforçam a necessidade de que intervenções direcionadas à adoção de um estilo de vida saudável, incluindo prática regular de atividade física, padrões dietéticos adequados e abstenção ao uso de tabaco, deverão ser iniciadas em idades jovens.OBJECTIVE: To provide descriptive information and investigate to what extent behavioral risk factors for cardiovascular diseases are associated with biological risk factors in the young population. METHODS: The sample included 452 adolescents (246 girls and 206 boys

  4. Prevalência em crianças de fatores de risco para as doenças cardiovasculares Childhood prevalence of cardiovascular risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Rosa Gama

    2007-09-01

    Full Text Available Investigou-se a presença de fatores de risco para doenças cardiovasculares em estudo transversal em 356 crianças de 5 a 9 anos, atendidas em unidade básica de saúde de área de baixa renda da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil. Foram avaliados: lipidograma, estado nutricional, hábitos alimentares e aspectos sócio-econômicos. Observaram-se 10,7% de sobrepeso e 68,4% com níveis alterados no lipidograma, sendo 18,6% com LDL-colesterol alto. Para descrever o perfil alimentar as respostas ao questionário qualitativo de ingestão foram submetidas à classificação multivariada, obtendo-se seis grupos, resumidamente definidos como: da cultura tradicional brasileira; moderno (produtos diet e light; frituras; doces e refrescos (misturados com outros grupos; os demais pouco definidos. A alta prevalência dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares desde a infância e a evidência de alimentação infantil inadequada indica a necessidade de desenvolver uma estratégia preventiva, procurando atingir toda a família, de forma a alterar os padrões de ingestão de alimentos das populações de baixa renda em direção à comportamentos mais saudáveis.Cardiovascular risk factors were investigated in 356 children 5 to 9 years of age who were treated at a primary care center located in a low-income area in Greater Metropolitan Rio de Janeiro, Brazil. Lipid profile, nutritional status, food intake, and lifestyle were evaluated. 10.7% of the children were overweight, 68.4% had some type of dyslipidemia, and 18.6% showed high LDL-c. To describe the food intake pattern, the answers to the qualitative food questionnaire were submitted to multivariate cluster analysis, producing six basic groups: traditional Brazilian cooking; "modern" food (including diet and light products; fried food; sweets and soft drinks (mixed with other groups; and other poorly defined groups. The high prevalence of cardiovascular risk factors (beginning in

  5. Estado nutricional, consumo alimentar e risco cardiovascular: um estudo em universitários Nutritional status, food consumption and cardiovascular risk: a study on university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribú

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a proporção de fatores de risco para doenças cardiovasculares, dando ênfase aos fatores nutricionais, em alunos da área de saúde de uma universidade pública do Recife. MÉTODOS: Foram avaliados 250 estudantes por um questionário que abordou aspectos biossociais, dados sobre estilo de vida, história familiar para doenças cardiovasculares, variáveis antropométricas e consumo alimentar, avaliado pelo Recordatório de 24horas. RESULTADOS: Foi encontrada a seguinte freqüência para os fatores de risco analisados: tabagismo (2,8%, sedentarismo (41,7%, excesso de peso (35,5% e 5,3% nos sexos masculino e feminino, respectivamente pOBJECTIVE: This study aimed to describe the proportion of risk factors for cardiovascular diseases, emphasizing nutritional factors, among health students from a public university in Recife, Brazil. METHODS: Two hundred and fifty students were assessed through a questionnaire that addressed biosocial aspects, lifestyle data, family history for cardiovascular diseases, anthropometric variables and food consumption determined by the 24-hour recall. RESULTS: The following rates were found for the assessed risk factors: smoking (2.8%, inactivity (41.7%, overweight (35.5% among men and 5.3% among women, p<0,01, family history of hypertension (35.5%, diabetes (11.3%, obesity (20.2% and death of close relatives before age 50 due to cardiovascular diseases (14.8%. Regarding food consumption, a high percentage of individuals had inappropriate energy intake and a low percentage had inappropriate protein and carbohydrate intakes. Regarding the fat profile of the diet, more than 40.0% of the students consumed more cholesterol than the recommended levels and 17.9% of the men and 44.8% of the women consumed high amounts of saturated fat (p<0.01. The consumption of linoleic acid and monounsaturated and polyunsaturated fatty acids was inadequate in more than 95% of the individuals under study. CONCLUSION: The

  6. Racionalidade e métodos: registro da prática clínica em pacientes de alto risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Piva e Mattos

    2011-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Até o momento, nenhum registro brasileiro foi desenhado para documentar a prática clínica em relação ao atendimento de pacientes de alto risco cardiovascular em uma representativa e ampla amostra de centros investigadores, incluindo hospitais públicos e privados em âmbito nacional. Sendo assim, este estudo permitirá identificar os hiatos na incorporação de intervenções com benefício comprovado em nosso meio. OBJETIVO: Elaborar um registro dedicado à aferição da prática clínica brasileira no que se refere ao atendimento do paciente cardiovascular classificado como de alto risco. MÉTODOS: Estudo observacional do tipo registro, prospectivo, visando documentar a prática clínica atual aplicada a nível ambulatorial para pacientes de alto risco cardiovascular, classificados quando da presença de uma das variáveis: evidência de doença arterial coronariana, doença cerebrovascular, vascular periférica, em diabéticos ou não diabéticos; ou na presença de pelo menos três dos seguintes fatores de risco cardiovascular: hipertensão arterial sistêmica, tabagismo ativo, dislipidemia, idade superior a 70 anos, nefropatia crônica, história familiar de doença arterial coronariana e ou doença carotídea assintomática. Os pacientes serão coletados em 43 centros de todas as regiões brasileiras, incluindo hospitais públicos e privados, assim como em unidades básicas de atendimento a saúde, e revisados clinicamente até um ano após a inclusão. RESULTADOS: Os resultados serão apresentados um ano após o início da coleta (setembro de 2011, e consolidados, após a reunião da população e dos objetivos almejados posteriormente. CONCLUSÃO: A análise deste registro multicêntrico permitirá projetar uma perspectiva horizontal do tratamento dos pacientes acometidos da doença cardiovascular no Brasil.

  7. Avaliação Nutricional e Risco Para Doenças Cardiovasculares em Mulheres Idosas Residentes em Instituição Asilar

    OpenAIRE

    Moleiro, Flávia Regina; Cesumar; Bennemann, Rose Mari; Cesumar

    2008-01-01

    O aumento da expectativa de vida acarretou aumento no número de idosos na população. O Brasil está passando por um processo de envelhecimento rápido e intenso. A evolução da população geriátrica brasileira crescerá 3,22 vezes até o ano de 2025, o número de indivíduos acima de 65 anos aumentará 8,9 vezes e, acima de 80 anos, 15,6 vezes. O objetivo deste trabalho foi avaliar o estado nutricional e o risco para doenças cardiovasculares de mulheres idosas residentes em duas instituições asilares....

  8. Risco cardiovascular em vegetarianos e onívoros: um estudo comparativo Cardiovascular risk in vegetarians and omnivores: a comparative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Moreira de Almeida Teixeira

    2007-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Estudos clínicos e epidemiológicos demonstram grande associação da dieta com os agravos crônicos, particularmente com os eventos cardiovasculares, apesar de ainda não compreendidos todos os seus mecanismos de ação. OBJETIVO: Descrever e analisar o risco cardiovascular em vegetarianos e onívoros residentes na Grande Vitória/ES, na faixa etária de 35 a 64 anos. MÉTODOS: Para avaliação do risco cardiovascular foi realizado estudo de coorte histórico com 201 indivíduos. Foram incluídos 67 vegetarianos há no mínimo 5 anos, provenientes da Grande Vitória, e 134 onívoros, participantes do Projeto MONICA/Vitória, pareados por classe socioeconômica, sexo, idade e raça. Medidas bioquímicas e hemodinâmicas foram obtidas na Clínica de Investigação Cardiovascular da UFES. Para comparação de proporções, foi usado o teste chi2 e calculada a razão de prevalência. O risco cardiovascular foi calculado por meio do algoritmo de Framingham. RESULTADOS: A idade média do grupo foi de 47 ± 8 anos e o tempo médio de vegetarianismo 19 ± 10 anos, sendo a dieta ovolactovegetariana seguida por 73% dos vegetarianos. Pressão arterial, glicemia de jejum, colesterol total, colesterol de lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol e triglicerídeos foram mais baixos entre vegetarianos (pBACKGROUND: Clinical and epidemiological studies have demonstrated a strong association between eating habits and chronic diseases, particularly cardiovascular events, although not all the mechanisms of action are understood. OBJECTIVE: To describe and analyze the cardiovascular risk (CVR in vegetarians and omnivores residing in Greater Vitória, State of Espírito Santo, Brazil, in the age range from 35 to 64 years. METHODS: To evaluate CVR in the groups, a historical cohort study with 201 individuals was conducted. Sixty seven individuals who had been following a vegetarian diet for at least five years, and who were from Greater Vit

  9. Factores de risco em implantologia

    OpenAIRE

    Sousa, Inês Silveira e Luz Nunes de

    2015-01-01

    A Implantologia tem ganho popularidade na medicina dentária pelos resultados previsíveis em reabilitações de áreas edêntulas, permitindo minimizar as consequências funcionais, fonéticas e estéticas que advém da perda de dentes através de uma solução fixa que satizfaz os pacientes. Esta é uma revisão da literatura existente sobre factores de risco, fracassos e complicações inerentes ao tratamento com implantes dentários. Categorizam-se os factores de risco em implantologia co...

  10. Prevalência dos fatores de risco para doença cardiovascular em funcionários do Centro de Pesquisas da Petrobras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matos Maria de Fátima Duarte

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular em funcionários do Centro de Pesquisas da Petrobras. MÉTODOS: Em estudo descritivo transversal, foram avaliados clínica e laboratorialmente, de março de 2000 e fevereiro de 2001, empregados do Centro de Pesquisas da Petrobras, tendo sido excluídos os que não compareceram à realização do exame médico periódico anual de 2000. Calculados o percentual da ocorrência dos fatores de risco e a média e o desvio padrão das variáveis bioquímicas, da pressão arterial e do índice de massa corpórea. RESULTADOS: De um total de 1.191 empregados, foram estudados 970, sendo 75,4% homens e 24,6% mulheres, com idade média de 42,2 anos. A prevalência de fatores de risco foi o sedentarismo (67,3%, o colesterol > 200 mg/dl (56,6%, o sobrepeso (42%, a obesidade (17%, a hipertensão arterial (18,2%, o tabagismo (12,4% e o diabetes mellitus (2,5%. CONCLUSÃO: A elevada prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular, em indivíduos jovens, alerta para a necessidade de adoção de programas de promoção de saúde e prevenção de doenças no ambiente de trabalho.

  11. Determinantes de risco para doenças cardiovasculares em escolares Determinants of risk of cardiovascular diseases in schoolchildren

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estelamaris T. Monego

    2006-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer a ocorrência e associação de hipertensão arterial com algumas variáveis relacionadas ao estilo de vida. MÉTODOS: Estudo transversal, base populacional, amostra aleatória em indivíduos (7 a 14 anos de escolas (rede pública e particular. Investigados o estado nutricional, pressão arterial e hábitos de vida (tabaco, álcool, atividade física e hábito alimentar. RESULTADOS: Dos 3.169 escolares avaliados, destacaram-se 5,0% de hipertensão arterial e 6,2% de pressão normal-alta. A categorização por sexo mostra 6,4% meninos e 6,0% meninas com pressão normal-alta e 4,3% meninos e 5,7% meninas com hipertensão arterial. O índice de massa corporal (IMC identificou 16,0% com excesso de peso, dos quais 4,9% já obesos. Houve associação significante (p = 0,01 entre hipertensão arterial e excesso de peso. Dentre os investigados, 11,6% não faziam aulas de educação física e 37,8% eram sedentários no lazer. O tabagismo foi informado por vinte 0,6% escolares, e a experimentação de bebida alcoólica por 32,7%. Nenhuma dessas variáveis apresentou significância estatística em relação aos valores pressóricos e estado nutricional. CONCLUSÃO: Diante do encontro de escolares com valores médios de pressão arterial e IMC com freqüência acima da esperada, associado a hábitos de vida que tendem a favorecer o desenvolvimento das doenças cardiovasculares, sugere-se a proposição de medidas de intervenção cujo foco seja o escolar, como elemento capaz de disseminar as informações no núcleo familiar. Essa possibilidade nos mobiliza para uma proposta de atuação nas escolas como parceiras na promoção da saúde.OBJECTIVE: To investigate the occurrence and association of arterial hypertension with several lifestyle variables. METHODS: Transversal population-based study with a random sample of students (7 to 14 years of age of public and private schools. Variables investigated were nutritional status, blood

  12. Nutrição e excesso de massa corporal: fatores de risco cardiovascular em adolescentes Nutrition and excess body mass: cardiovascular risk factors in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Viégas Rêgo

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a freqüência de hipertensão arterial, sedentarismo e consumo alimentar inadequado em adolescentes com excesso de massa corporal. MÉTODOS: Estudo transversal com 56 adolescentes, sendo 21 meninos e 35 meninas, entre 10 e 19 anos. As variáveis foram: sexo, idade, peso, estatura, índice de massa corporal, classificação nutricional, hipertensão arterial, atividade física e consumo alimentar de risco cardiovascular. Avaliou-se o consumo alimentar com questionário que estabelece consumo de risco cardiovascular entre adolescentes por categorias de consumo, segundo pontuações por quantidades e freqüência consumida. Do questionário originaram-se as variáveis categorias de consumo e pontuações. Aplicou-se correlação de Spearman entre índice de massa corporal, idade e pontuação de consumo. Por teste "t" de Student compararam-se entre os sexos as médias de índice de massa corporal, idade, massa corporal, estatura e pontuação de consumo, e por qui-quadrado as freqüências por presença e ausência de hipertensão arterial, prática de atividade física e categorias de consumo. Com teste Kruskal-Wallis, analisou-se a variância da pontuação de consumo entre grupos. RESULTADOS: Não houve diferenças estatísticas entre os sexos para atividade física (p=0,68, hipertensão arterial (p=0,94, excesso de massa corporal (p=0,31 e categorias de consumo (p=0,53. O índice de massa corporal não se correlacionou com a idade (r=0,20 e p=0,14 e a pontuação de consumo (r=-0,06 e p=0,60. Não houve diferença estatística (p=0,19 na pontuação do consumo por grupos. CONCLUSÃO: Os adolescentes não apresentaram distinções por sexo quanto à prevalência de hipertensão arterial, sedentarismo e consumo alimentar de risco cardiovascular, embora as meninas apresentassem maior freqüência desses fatores quando agrupados.OBJECTIVE: To assess the frequency of arterial hypertension, inactivity and inadequate food intake

  13. Factores de riesgo cardiovascular y estilos de vida de estudiantes universitarios / Cardiovascular Risk Factors and Lifestyle Habits in College Students / Fatores de risco cardiovascular e estilo de vida em estudantes universitários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Inés Padilla-García, Enf. Mg.

    2014-11-01

    be decreased. It is worrying to find cases of hypertension. [Padilla CI, Jaimes ML, Fajardo S, Ramos AM. Cardiovascular Risk Factors and Lifestyle Habits in College Students. MedUNAB 2014; 17(2:X-X] Introdução: É reconhecido que os principais fatores de risco para doença cardiovascular são:obesidade, hipertensão arterial, tabagismo, sedentarismo e hábito alimentar pouco saudável, entre outros. As doenças cardiovasculares vem ocorrendo cada vez mais em idade precoce, sendo um problema de saúde pública que afeta a indivíduo acometido por ela, sua família e o sistema de saúde, pelo aumento de custos que acarreta ao sistema. Objetivo: Determinar os fatores de riscos cardiovascular e o estilo de vida em estudantes de uma universidade privada da cidade de Bucaramanga Colômbia Metodologia: Estudo transversal observacional descritivo. A amostra constituída por 323 estudantes não foi aleatorizada por conveniência. Os estudantes da amostra participaram de uma jornada de saúde em uma universidade privada, quando foi realizado um questionário para avaliar as características demográficas, fatores de risco cardiovascular e estilos de vida. Resultados: A média de idade da população estudada foi de 20 anos, sendo 73.7% mulheres e 26.3% homens. No geral, 13.8% dos alunos apresentavam sobrepeso e 5% obesidade. 1.9% tinham hipertensão arterial sistólica e 2.2% pré-hipertensão diastólica. Na distribuição por gênero, 24.8% das mulheres e 7.3% dos homens tinham circunferência abdominal na faixa de risco. 49.8% dos alunos mostravam antecedentes familiares de doença crônica. 13% dos estudantes relataram ter doença crônica como diabetes, hipertensão e cardiopatia. Em relação aos estilos de vida, 46.7% dos estudantes relatam o uso de álcool, 9.28% tabagismo e 41.8% referiram ausência de atividade física semanal. Conclusões: Presença de fatores de risco cardiovascular nesses estudantes universitários. Dentre os fatores de risco passíveis de

  14. Uma estratégia para redução de risco cardiovascular em pacientes transplantados renais A strategy to improve the cardiovascular risk factor profile in renal transplant patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Leite

    2010-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A doença cardiovascular representa a principal causa de morbidade, mortalidade e perda de função do enxerto em receptores de transplante renal (RTR. O tratamento agressivo dos fatores de risco é fortemente recomendado. Entretanto, há um gap entre a terapia baseada em evidência recomendada e o manejo cardiovascular eficaz nesta população. OBJETIVO: Estabelecer uma estratégia de controle de fatores de risco cardiovascular para RTR. MÉTODOS: O risco cardiovascular de 300 RTR de uma Unidade de Transplante Renal foi avaliado através dos critérios de Framingham. Intervenções nos fatores de risco modificáveis foram sugeridas aos médicos assistentes através de cartas anexadas aos prontuários dos pacientes, incluindo modificações no estilo de vida, controle de pressão arterial e uso de tratamento anti-plaquetário e hipolipemiante. Os perfis dos fatores de risco foram re-avaliados depois de 6 e 12 meses. RESULTADOS: A maioria dos pacientes apresentava alto risco cardiovascular (58%. Após 12 meses, a proporção de pacientes recebendo tratamento anti-plaquetário, anti-hipertensivo ou hipolipemiante tinha aumentado de forma significante (29 para 51%, 83 para 92% e 3 para 46%, p BACKGROUND: Cardiovascular disease represents the leading cause of morbidity, mortality and graft function loss in renal transplant recipients (RTR. Aggressive treatment of risk factors is strongly advocated. However, there is a gap between recommended evidence-based therapy and effective cardiovascular management in that population. OBJECTIVE: To establish a cardiovascular risk factor control strategy for RTR. METHODS: The cardiovascular risk of 300 RTR of a renal transplant unit was assessed using the Framingham criteria. Interventions on modifiable risk factors were suggested to attending physicians by letters attached to patients' charts, including lifestyle modifications, blood pressure control and use of antiplatelet and lipid

  15. Fatores de risco para doenças cardiovasculares em profissionais de enfermagem: estratégias de promoção da saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Jorge Magalhães

    2014-06-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar os fatores de risco modificáveis e não modificáveis para doenças cardiovasculares presentes nos profissionais de enfermagem, e descrever estratégias de promoção da saúde para o controle e prevenção desses fatores. Estudo documental, quantitativo, realizado com 165 prontuários de profissionais de enfermagem de hospital público de Fortaleza-CE. A análise se deu por estatística descritiva com dados expostos em quadros e tabelas. Nos resultados perceberam-se fatores de risco como antecedentes familiares com hipertensão arterial (72,9%, sedentários (64,9%, peso elevado (56,4%, circunferência abdominal elevada (49,7%, dentre outros. Para estratégias de promoção da saúde podem-se citar: orientações educativas, encaminhamentos e acompanhamento dos dados clínicos. Acredita-se na necessidade de atenção especial para tais profissionais, já que vivenciam uma profissão estressante, enfrentando problemas como insatisfação profissional, falta de reconhecimento financeiro e algumas doenças ocupacionais, o que pode prejudicar a qualidade de vida e dificultar o autocuidado.

  16. FATORES DE RISCO PARA DOENÇA CARDIOVASCULAR E AVALIAÇÃO QUALITATIVA DA ALIMENTAÇÃO EM UNIVERSITÁRIOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Romão Nogueira

    2016-03-01

    Full Text Available O consumo de alimentos ricos em carboidratos refinados, colesterol, pobres em fibras alimentares e com elevados teores de gorduras saturadas e trans aumentam o risco de desenvolvimento de DCVs. Por outro lado, a ingestão de carnes magras, frutas, verduras, legumes e alimentos integrais possui efeito protetor contra o processo aterosclerótico; por isso, é importante adequar a qualidade da alimentação para prevenir o risco cardiovascular. Portanto, os objetivos deste trabalho são: avaliar o consumo alimentar dos universitários e avaliar o acúmulo de gordura abdominal. Trata-se de estudo transversal, com universitários do município de São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário que abordou dados pessoais, hábitos de vida, dados antropométricos referidos (altura e peso, circunferência de abdômen e Questionário de Frequência Alimentar. Foram avaliados 62 universitários, sendo a maioria do sexo feminino, com idade entre 19 e 41 anos, solteiros, sedentários, não-fumantes e não consumidores de bebidas alcoólicas regularmente. Não possuem doenças crônicas, porém apresentam histórico familiar de HAS e Diabetes Mellitus. A amostra apresentou média de IMC de 22,2kg/m² e circunferência de cintura de 78,6 centímetros para as mulheres e 85,5 centímetros para os homens. Em relação ao consumo alimentar, os universitários apresentaram baixo consumo de leite desnatado, iogurte, peixes, frutos do mar, frutas, carne bovina frita, frango frito ou com pele, manteiga, margarina, refrigerantes, sucos artificiais, sanduíches, pizza e fast-food, bolos, bolachas, chocolates. Os universitários apresentaram poucos fatores de risco para DCVs: sedentarismo, baixo consumo de alimentos protetores e antecedentes familiares de doenças crônicas.

  17. Factores influyentes en adherencia al tratamiento en pacientes con riesgo cardiovascular Fatores influentes na aderência ao tratamento em pacientes com risco cardiovascular Influential factors in adherence to treatment in patients with cardiovascular risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alba Luz Rodríguez Acelas

    2010-06-01

    Full Text Available Objetivo: describir y analizar los factores que influyen en la adherencia al tratamiento farmacológico y no farmacológico en pacientes con riesgo de enfermedad cardiovascular en la Fundación Cardiovascular de Colombia. Metodología: estudio descriptivo-metodológico, realizado con 172 pacientes hospitalizados y de consulta ambulatoria. El instrumento aplicado fue diseñado por Bonilla (8, su utilidad es evaluar la adherencia a los tratamientos farmacológicos y no farmacológicos en pacientes con factores de riesgo de enfermedad cardiovascular, tiene pruebas de validez facial y contenido (0,91, consistencia interna por test-retest estadísticamente significativo y coeficiente alfa de Cronbach (0,85; este último hallado en el presente estudio. Resultados: 80,8% de las personas presentan alto riesgo de no adherirse, 12,8% con ventajas y 6,4% no muestra adherencia a los tratamientos. Las edades oscilaron entre 23-85, la asistencia a la institución en mujeres fue 63,4% respecto a hombres (36,6%. Asimismo, se evidenció que la adherencia beneficia el factor relacionado con el paciente. En contraste, disminuyen los factores relacionados con el proveedor: sistema y equipo de salud, con la terapia y el factor socioeconómico. Discusión y conclusiones: entre los factores que apoyan la adherencia se encuentra el reconocimiento de la enfermedad, confianza en el tratamiento, apoyo de redes sociales y respaldo de la institución. A diferencia, debilitan la adherencia las dificultades económicas, falta de permisos, dificultades en modificar hábitos y déficit de conocimientos. Los resultados reflejan la necesidad de fortalecer a los profesionales de la salud en el manejo de la adherencia desde los ámbitos académicos y la creación o fortalecimiento de los programas educativos en las instituciones de salud.Objetivo: descrever e analisar os fatores que influem na aderência ao tratamento farmacológico e não farmacológico em pacientes com risco de

  18. Factores influyentes en adherencia al tratamiento en pacientes con riesgo cardiovascular Influential factors in adherence to treatment in patients with cardiovascular risk Fatores influentes na aderência ao tratamento em pacientes com risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gómez Ochoa Ana Maritza

    2010-04-01

    of cardiovascular disease at Fundación Cardiovascular de Colombia. Methodology: descriptive-methodological study, carried out with 172 in and out patients. The instrument applied was designed by Bonilla (8; its utility is to assess the adherence to pharmacological and non-pharmacological treatments in patients with risk factors of cardiovascular disease. The instrument has face and content validity tests (0,91, statistically significant test-restest internal consistency and Cronbach´s alpha coefficient (0,85; the latter was determined in this study. Results: 80,8% of the people had a high non-adherence risk, 12,8% with advantages and 6,4% does not show adherence to the treatments. Ages varied between 23-85, visit of women to the health institution was 63,4% compared to men (36,6%. Similarly, it showed that adherence benefits the patient related factor. In contrast, provider related factors see a reduction: health system and equipment, with therapy and socio-economic factor. Discussion and conclusions: among the factors that support adherence, we found acceptance of the disease, confidence in the treatment, support from social networks and support provided by the institution. On the other hand, adherence is weakened by financial difficulties, lack of permits, difficulties encountered when changing habits and lack of knowledge. The results reflect the need to strengthen health professionals in the handling of adherence from the academic field and the creation or strengthening of educational programs at health institutions’ level.Objetivo: descrever e analisar os fatores que influem na aderência ao tratamento farmacológico e não farmacológico em pacientes com risco de doença cardiovascular na Fundação Cardiovascular da Colômbia. Metodologia: estudo descritivo – metodológico realizado com 172 pacientes hospitalizados e de consulta ambulatória. O instrumento aplicado foi desenhado por Bonilla (8 e é útil para avaliar a aderência aos tratamentos

  19. Prevalência de fatores de risco cardiovascular em idosos usuários do Sistema Único de Saúde de Goiânia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Cristina da Conceição Ferreira

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Os fatores de risco cardiovascular (FRCV apresentam alta prevalência e causam impacto na morbimortalidade de idosos, porém, essa questão ainda se mostra desconhecida entre idosos usuários do Sistema Único de Saúde. OBJETIVO: Investigar a prevalência de FRCV em idosos usuários da atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS em Goiânia - Goiás. MÉTODOS: Estudo transversal com amostragem em múltiplos estágios, realizado por meio de inquérito domiciliar com 418 idosos acima de 60 anos, usuários do SUS da atenção básica de Goiânia. Foram coletados dados socioeconômicos, demográficos, estilo de vida, peso, altura, circunferência da cintura, pressão arterial e uso de medicamentos. Os FRCV investigados foram: hipertensão arterial, diabete melito, obesidade total, obesidade central, dislipidemias, tabagismo, sedentarismo e consumo de bebida alcoólica. Utilizou-se o teste do Qui-quadrado para análises das associações, com significância de 5%. RESULTADOS: As prevalências dos FRCV foram: 80,4% de hipertensão arterial; 83,3% de obesidade central; 59,8% de sedentarismo; 32,2% de obesidade total; 23,4% de dislipidemias; 19,1% de diabete melito; 10,0% de tabagismo e 5,9% de consumo de bebida alcoólica. Quanto à simultaneidade, 2,4% dos idosos não apresentaram FRCV. A simultaneidade de dois ou mais FRCV ocorreu em 87,3% dos idosos e mostra-se com maior frequência entre as mulheres. CONCLUSÃO: Os FRCV ocorrem de maneira simultânea em mais da metade dos idosos, e os mais prevalentes foram: hipertensão arterial, obesidade central e sedentarismo. É preciso intensificar as estratégias de promoção da saúde e prevenção de agravos cardiovasculares em idosos usuários da atenção básica do SUS de Goiânia, principalmente entre aqueles com simultaneidade de FRCV.

  20. Agregação de fatores de risco cardiovascular e ocorrência de hipertensão arterial em adultos sedentários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferdinando Oliveira Carvalho

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar em uma grande amostra de adultos sedentários a possível associação entre hipertensão arterial e baixa aptidão cardiorrespiratória, obesidade geral e central. MÉTODOS: A amostra foi composta por 1.092 adultos sedentários brasileiros (429 homens e 633 mulheres. Pressão arterial foi acessada e hipertensão arterial diagnosticada. Três fatores de risco cardiovascular foram considerados: obesidade geral (índice de massa corporal, obesidade abdominal (circunferência de cintura e baixa aptidão cardiorrespiratória (teste submáximo em cicloergômetro. RESULTADOS: A taxa de hipertensão arterial foi de 9,3% (IC95% = 7,6 - 11,2. Houve associação entre mais alta prevalência de hipertensão arterial e diagnóstico de obesidade (p = 0,001, valores elevados de circunferência de cintura (p = 0,001 e baixo VO2máx (p = 0,013. Independentemente de idade e sexo, indivíduos sedentários com simultaneamente baixo consumo máximo de oxigênio e obesidade geral (RP = 5,21 [IC95% = 8,94 - 3,03]; p = 0,001 ou abdominal (RP = 4,05 [IC95% = 2,22 - 7,40]; p = 0,001 apresentaram maior probabilidade de ser hipertenso que os sedentários com nenhum fator de risco. CONCLUSÃO: Adultos sedentários, independentemente de sexo e idade, a presença de baixa aptidão cardiorrespiratória está associada à hipertensão arterial apenas quando também há obesidade geral ou abdominal, indicando que a interação destas variáveis tem relevante peso na gênese da doença.

  1. Presença de fatores de risco de doenças cardiovasculares e de lesões em praticantes de corrida de rua Presence of cardiovascular risck factors and injuries in road runners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline de Castro Ishida

    2013-03-01

    Full Text Available Este estudo descreveu as características antropométricas e presença de fatores de riscos cardiovasculares (Parte1 bem como a ocorrência de lesões (Parte 2 em corredores de rua. Índice de massa corporal, pressão arterial (PA, circunferência abdominal (CA e presença de lesões foram avaliadas em 94 corredores. Destes, 38,5% eram hipertensos auto-referidos, mas 41,9% estavam com a PA alterada no dia. Dentre os auto-referidos sem problemas de saúde, foram encontradas alterações na PA (42%, na CA (9,8% e 6% apresentaram risco cardiovascular moderado. Verificou-se que 34% já sofreram lesão, sendo que 67,7% foram derivadas de treinos ou competições. Idade, distância da prova e realização de outras atividades foram associados com a ocorrência de lesão. Os resultados do presente estudo nos permitem concluir que os praticantes de pedestrianismo apresentam uma condição física propícia ao comprometimento cardiovascular durante uma prova e ao surgimento de lesões, sugerindo campanhas de conscientização sobre a condição de saúde neste público.This study investigated the anthropometric characteristics and the presence of cardiovascular risk factors (Part 1 as well as occurrence of injuries (Part 2 in road runners. Body mass index, blood pressure (BP, abdominal circumference (AC and incidence of injuries were evaluated in 94 road runners. Among the participants, 38,5% self-reported as hypertensive, but 41,7% from total had altered BP. Among healthy runners, it was found alterations on BP (42%, AC (9.8% and 6% presented moderated cardiovascular risk. It was observed that 34% already suffered some injuries and 67.7% derived from training and competition. Age, distance of the running and practice of other activities were associated with presence of injury. The results of the present study allow us to conclude that road runners have a physical condition that facilitates the cardiovascular event during the competition and that

  2. FATORES DE RISCOS PARA DOENÇAS CARDIOVASCULARES EM DOCENTES DE ENSINO SUPERIOR: REVISÃO DE LITERATURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thayana Aparecida Nogueira Silva

    2016-06-01

    Full Text Available Objective: To discuss the risk factors prevalence of Cardiovascular Diseases in teachers. Data source: Was realized the bibliographic review in pubmed , scielo and bireme to identify publications addressing a thematic proposal. This study was conducted between August - December 2015 and were selected publications dating from 2000 using the key words "cardiovascular risk factors", "cardiovascular diseases" and "teachers". Data synthesis: It was observed that stress, physical inactivity and obesity associated with excessive workload of work, poor diet plays an important role in the growth of cardiovascular disease among teachers. Conclusion: It is clear that there are significant relationship between risk factors and cardiovascular disease among teachers which may compromise the individual's quality of life. But although there are many studies addressing factors of cardiovascular risk in workers , there is a lack of studies that address these risk factors in teachers, arousing greater interest to hold future a field study for scientific contribution. It is also expected to motivate other researchers to look for evidence and generate solutions to prevent or minimize such risk factors improving the quality of life of this professional.

  3. Adherencia a tratamientos en pacientes con factores de riesgo cardiovascular Aderência ao tratamento em pacientes com fatores de risco cardiovascular Adherence to treatments in patients with cardiovascular risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    INNA ELIDA FLÓREZ TORRES

    Full Text Available Objetivo: Describir los factores que influyen en la adherencia a los tratamientos en pacientes con factores de riesgo de enfermedad cardiovascular de un hospital de tercer nivel de la ciudad de Cartagena, Colombia. Metodología: Estudio descriptivo-metodológico, realizado con 293 pacientes inscritos en los programas de hipertensión y diabetes. Se aplicó el instrumento diseñado por Bonilla y De Reales para evaluar los factores que influyen en la adherencia a los tratamientos, al cual se le realizaron pruebas de validación que arrojaron una buena confiabilidad dada por un alfa de Cronbach de 0,79 para la calificación total del instrumento y un coeficiente de correlación test-retest (Sperman, estadísticamente significativo. Resultados: Globalmente, el 88% de los pacientes se encontró en la categoría sin riesgo de no adherirse a los tratamientos, un 12%, en riesgo moderado. Conclusiones: los factores que favorecieron la adherencia, fueron la disponibilidad de recursos económicos para satisfacer las necesidades básicas, redes de apoyo familiares y un sistema y equipo de salud organizado. El riesgo moderado de no adherencia, se relacionó con las intervenciones del equipo de salud, entre éstas, falta de orientaciones sobre la forma de ajustar los horarios de los medicamentos, carencia de recomendaciones escritas sobre el tratamiento, confusión por cambios del médico, y percepción de gravedad de la enfermedad. Estos hallazgos apoyan la necesidad de implementar procesos de formación e investigación a nivel institucional y académico que preparen a los profesionales en el abordaje de la problemática de la no adherencia en enfermedades crónicas.Objetivo: Descrever os fatores que influenciam na aderência aos tratamentos em pacientes com fatores de risco de doença cardiovascular de um hospital de terceiro nível da cidade de Cartagena, Colômbia. Metodologia: Estudo descritivo-metodológico, realizado com 293 pacientes inscritos nos

  4. Prevalência de fatores de risco cardiovascular em crianças e adolescentes da rede de ensino da cidade de Maceió

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Maria Alayde Mendonça da

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estabelecer a prevalência de hipertensão arterial sistêmica (HAS, do "risco de sobrepeso", sobrepeso, sedentarismo e tabagismo em crianças e adolescentes, de 7 a 17 anos, de ambos os sexos, da rede pública e privada de ensino de Maceió, AL. MÉTODOS: Estudo epidemiológico transversal. Amostragem por conglomerados em escolas de nível fundamental e médio. Cálculo da amostra baseado na menor prevalência esperada das variáveis estudadas. Protocolo de avaliação: questionário estruturado, antropometria e medidas da pressão arterial. Análise de associação das variáveis realizada pelo método do qui-quadrado. RESULTADOS: Em 2001 foram avaliados 1253 estudantes (547 do sexo masculino, média de idade 12,4±2,9 anos, demonstrando-se que 1172 não praticavam atividade física de moderada a intensa; "risco de sobrepeso" e sobrepeso presentes em 116 e 56 indivíduos, respectivamente; pressão arterial no percentil > de 95 identificada em 97 estudantes e apenas 30 admitiram fumar regularmente. Observou-se associação significante do "risco sobrepeso" e do sobrepeso com estudantes de escolas particulares (*p=0,0001 e do sedentarismo com o sexo feminino (*p=0,0001. CONCLUSÃO: A prevalência de sedentarismo, "risco de sobrepeso", sobrepeso, hipertensão arterial sistêmica e tabagismo na população estudada foi de 93,5%; 9,3%; 4,5%; 7,7% e 2,4%, respectivamente.

  5. Associação entre risco cardiovascular e hipertensão arterial em professores universitários Association between cardiovascular risk and hypertension in universities professors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osvaldo Costa Moreira

    2011-09-01

    Full Text Available A hipertensão arterial é uma das mais importantes causas modificáveis de morbi-mortalidade cardiovascular precoce na população adulta mundial, além de ser fator de risco independente para doenças cardiovasculares. Assim objetivou-se verificar a associação entre indicadores de risco cardiovascular e hipertensão arterial em professores universitários. Foram avaliados 145 professores da Universidade Federal de Viçosa (UFV, no ano de 2009, analisando-se as variáveis: sexo, idade, índice de massa corporal (IMC, relação cintura/quadril (RCQ, circunferência abdominal (CA, percentual de gordura (%G, colesterol total (CT, triacilglicerol (TG, glicose, pressão arterial sistólica (PAS e diastólica (PAD de repouso e consumo máximo de oxigênio (VO2máx. Utilizou-se o teste ANOVA one way para comparação entre indivíduos normotensos e pré-hipertensos e hipertensos. Calculou-se a razão de chances de desenvolvimento de quadros de PA elevada entre os indivíduos que apresentavam níveis indicativos de risco cardiovascular. Todos os tratamentos possuíram nível de significância de p Hypertension is one of the most important modifiable causes of precocious cardiovascular morbid-mortality in the adult population worldwide, and it's an independent risk factor for cardiovascular disease. Thus we aimed to investigate the association between cardiovascular risk and blood pressure on universities professors. 145 professors from Universidade Federal de Viçosa (UFV were evaluated, in 2009, analyzing the variables: gender, age, body mass index (BMI, waist / hip ratio (WHR, abdominal circumference (AC, percent body fat (% BF, total cholesterol (TC, triglyceride (TG, glucose, systolic blood pressure (SBP and diastolic (DBP at rest and maximal oxygen uptake (VO2max. We used ANOVA one way test for comparison between normotensive and prehypertensive and hypertensive individuals. It was calculated the odds ratio of high BP expansion among individuals

  6. A prevalência cumulativa de fatores de risco para doença cardiovascular em adolescentes iranianos: IHHP-HHPC Cumulative prevalence of risk factors for atherosclerotic cardiovascular diseases in Iranian adolescents: IHHP-HHPC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roya Kelishadi

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência cumulativa dos fatores de risco para a doença cardiovascular aterosclerótica numa amostra de adolescentes iranianos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com 1000 meninas e 1000 meninos, com idade entre 11 e 18 anos, selecionados através de uma amostragem aleatória multietapas à base de conglomerados das áreas urbana e rural de três cidades iranianas. RESULTADOS: As taxas de prevalência de inatividade física, dislipidemia, tabagismo, pressão arterial alta e obesidade (índice de massa corporal >P95 foram 66,6, 23,7, 8,7, 5,7 e 2,2%, respectivamente. Dentre os indivíduos estudados, 79,1% apresentaram pelo menos um e 24,6% tiveram dois fatores de risco para doença cardiovascular. A prevalência de inatividade física foi significativamente menor entre os meninos que entre as meninas [53,9 contra 79,3%, respectivamente, OR IC95%, 0,44 (0,39-0,51]. A prevalência de tabagismo foi maior nos meninos que nas meninas [13,1 contra 4,2%, respectivamente, OR IC95%, 3,4 (2,4-4,9]. CONCLUSÃO: Considerando a alta prevalência de fatores de risco para doença cardiovascular em adolescentes, deve-se garantir intervenções que sejam adequadas à idade e sensíveis a aspectos culturais para que medidas preventivas possam ser tomadas em tempo hábil.OBJECTIVE: To evaluate the cumulative prevalence of atherosclerotic cardiovascular disease risk factors in a representative sample of Iranian adolescents. METHODS: The subjects of this cross-sectional study were 1,000 girls and 1,000 boys, ages 11-18 years, selected by multi stage-random cluster sampling from urban and rural areas of three cities in Iran. RESULTS: The prevalence of physical inactivity, dyslipidemia, smoking, high blood pressure and obesity (body mass index >95th percentile were 66.6, 23.7, 8.7, 5.7 and 2.2%, respectively. Of subjects studied, 79.1% had at least one and 24.6% had two cardiovascular disease risk factors. The prevalence of physical

  7. Fatores de risco cardiovasculares, suas associações e presença de síndrome metabólica em adolescentes Cardiovascular risk factors, their associations and presence of metabolic syndrome in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anabel Nunes Rodrigues

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a ocorrência de síndrome metabólica (SM e fatores de risco associados em adolescentes de Vitória (ES. MÉTODOS: Foram avaliados 380 adolescentes de 10 a 14 anos de idade estudantes de escolas públicas. Foram mensurados: índice de massa corporal, pressão arterial em repouso, dosagens séricas em jejum das concentrações de colesterol total, LDL-colesterol, HDL-colesterol, triglicerídeos e glicose. RESULTADOS: Identificou-se prevalência de sobrepeso em 9,6% dos meninos e em 7,4% das meninas, enquanto que obesidade foi observada em 6,2 e 4,9%, respectivamente. As concentrações de triglicerídeos foram limítrofes ou altas em 6,8 e 3,4% dos meninos e em 11,8 e 5,9% das meninas. A concentração de HDL-colesterol estava abaixo dos níveis padronizados em 8,5% dos meninos e em 9,9% das meninas. A pressão arterial em repouso foi limítrofe para 5,1% dos meninos e 7,9% das meninas, enquanto que 3,4% tanto dos meninos quanto das meninas foram considerados hipertensos. Glicemia de jejum foi alta em 0,6% dos meninos e em 0,5% das meninas. No grupo estudado, 2,8% dos meninos e 2,5% das meninas apresentaram dois fatores de risco associados a SM. A prevalência de SM foi de 1,1% para meninos e 1,5% para meninas e a total foi de 1,3%. CONCLUSÕES: Fatores de risco cardiovasculares associados a SM são condições clínicas importantes nessa faixa etária. Um número significativo de adolescentes apresentou resultados limítrofes, os quais podem aumentar a prevalência de SM ou de fatores de risco independentes em curto prazo. Mais investimentos devem ser feitos na prevenção primária, considerando que o diagnóstico precoce é uma questão de fundamental importância.OBJECTIVE: To evaluate the occurrence of metabolic syndrome (MS and independent associated risk factors in adolescents in the city of Vitória, Brazil. METHODS: We assessed 380 adolescents aged 10 to 14 years attending public schools. Body mass index and blood

  8. Inquérito epidemiológico em escolares: determinantes e prevalência de fatores de risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Maria Bianchini de Quadros

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo Objetivou-se investigar a prevalência de dislipidemia, hiperglicemia e pressão arterial elevada em escolares, bem como, suas associações com fatores demográficos, socioeconômicos, biológicos e comportamentais. Estudo transversal com 1.139 escolares, de seis a 18 anos de idade, do Município de Amargosa, Bahia, Brasil. Foram analisadas variáveis demográficas, socioeconômicas, biológicas e comportamentais. Utilizou-se a razão de prevalência (RP como medida de associação. As prevalências de dislipidemia, hiperglicemia e pressão arterial elevada foram, respectivamente, 62,1%, 6,6% e 27%. A dislipidemia esteve associada com a localização geográfica da escola (RP = 1,52 e circunferência da cintura (RP = 1,20, e a hiperglicemia com a localização geográfica da escola (RP = 3,41 e adiposidade periférica (RP = 3,13. A pressão arterial elevada ficou associada com a faixa etária (RP = 2,34, razão da cintura pela estatura (RP = 1,62, maturação sexual (RP = 2,06 e atividade física (RP = 1,32. Programas de intervenção para escolares baseados em mudanças de hábitos de vida são necessários.

  9. Prevalência de Fatores de risco cardiovascular em adultos de Luzerna, Santa Catarina, 2006 Prevalence of cardiovascular risk factors in adults living in Luzerna, Santa Catarina, in 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Rogério Nunes Filho

    2007-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de fatores de risco cardiovasculares na população adulta do município de Luzerna, Santa Catarina. MÉTODOS: Estudo transversal com adultos de 20 a 59 anos (n = 411, de ambos os sexos. Foi estimada a prevalência de hipertensão arterial sistêmica, diabetes, dislipidemia, obesidade, circunferência abdominal alterada e tabagismo. Realizou-se a distribuição de freqüência simples das variáveis de interesse e teste de associação do Qui-quadrado. RESULTADOS: A taxa de resposta foi igual a 85,9%. As seguintes prevalências foram encontradas: hipertensão arterial sistêmica: 14,7%; diabetes: 2,3%; dislipidemia: 18,7%; obesidade: 15,6%; circunferência abdominal alterada: 24,1%; e tabagismo: 15,6%. Verificamos que 52,4% dos indivíduos não possuíam nenhum dos fatores de risco; 22,4% apresentavam um fator e 13,6%, 6,8%, e 4,9% apresentavam dois, três e quatro ou mais fatores associados, respectivamente. CONCLUSÃO: A população analisada apresentou prevalências baixas de hipertensão, diabetes e menor agrupamento de fatores de risco em um mesmo indivíduo, quando comparada a outros dados relatados na literatura.OBJECTIVES: To estimate the prevalence of cardiovascular risk factors in the adult population of Luzerna, in the state of Santa Catarina. METHODS: A cross-sectional study with adults of both genders aged 20 to 59 years (n = 411. The prevalence of hypertension, diabetes, dyslipidemia, obesity, increased waist circumference, and smoking was estimated. Study variables were checked for frequency distribution, and a chi-square test for association was performed. RESULTS: The response rate was 85.9%. The following prevalences were found: hypertension: 14.7%; diabetes: 2.3%; dyslipidemia: 18.7%; obesity: 15.6%; increased waist circumference: 24.1%; and smoking: 15.6%. A total of 52.4% of the subjects had none of the risk factors; 22.4% had one risk factor, and 13.6%, 6.8%, and 4.9% had two, three, and

  10. Obesidade e fatores de risco cardiovascular em estudantes de Sorocaba, SP Obesity and cardiovascular risk factors in school children from Sorocaba, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Annunziato Ramos Mazaro

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência de obesidade, hipertensão arterial sistêmica (HAS, aumento de cintura e acanthosis nigricans em estudantes da cidade paulistana de Sorocaba em 2009, associando aos fatores de risco. MÉTODOS: Amostra probabilística com 680 crianças (7-11 anos de 13 escolas municipais de Sorocaba. Um questionário avaliou a prática de atividade física, tempo com televisão, videogame e computador (TV/VG/PC, antecedentes do aluno e dos pais para hipertensão arterial, doença renal e cardíaca e nível econômico. Foram realizadas medidas de peso, altura, cintura, pressão arterial (PA e verificado acanthosis nigricans. Determinou-se a prevalência de alteração nutricional, HAS, aumento da cintura e acanthosis nigricans. Para a associação do índice de massa corpórea (IMC IMC > P85 e da PA > P90 com outras variáveis, empregou-se o teste do qui-quadrado ou exato de Fisher (p P85 foi 22,1% [IC 95%: 19,0-25,3%], de PA > P90 10,9% [IC 95%: 8,6-13,5%], aumento da cintura 15,4% [IC 95%: 12,9-17,9%] e acanthosis nigricans 3,8% [IC 95%: 2,6-5,6%]. Foi encontrada associação do excesso de peso com antecedentes do pai (RCP: 1,76; IC 95%:1,05-2,95; p = 0,02 em ambas as análises. A elevação de PA associou-se ao sexo feminino (RCP: 1,90; IC 95%:1,12-3,23; p = 0,010, ao maior tempo na TV/VG/PC (RCP: 1,82; IC 95%:1,00-3,36; p = 0,030, à presença de acanthosis nigricans (RCP: 8,18; IC 95%:3,37-19,80; p OBJECTIVE: To verify the prevalence of obesity, systemic arterial hypertension (SAH, waist circumference and acanthosis nigricans (AN in school children from Sorocaba, in 2009 and associate them with risk factors. METHODS: A probabilistic sample study was carried out with 680 children (7-11 years from 13 public schools from the city of Sorocaba, SP. A questionnaire containing questions on physical activity, time spent watching television, playing with videogames and computers (TV/VG/PC, student and parental antecedents of

  11. Bebida à base de subproduto da uva: efeitos sobre o estresse oxidativo e marcadores de risco de doenças cardiovasculares em mulheres saudáveis

    OpenAIRE

    Marcela Piedade Monteiro

    2011-01-01

    Introdução: Estudos epidemiológicos sugerem que o consumo de vinho, produtos de uva e outros alimentos contendo polifenóis está associado à diminuição do risco de doenças cardiovasculares. Na produção de vinhos e suco de uva são geradas quantidades expressivas de bagaço residual, que é prejudicial ao meio ambiente. Por outro lado, este subproduto possui alto teor de antioxidantes e de fibras. Objetivo: Produzir uma bebida à base de farinha de bagaço de uva proveniente do processamento de suco...

  12. Avaliação nutricional e risco cardiovascular em executivos submetidos a check-up Nutritional evaluation and cardiovascular risk in executives submitted to a check-up

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Fernandes Feltrin Rodrigues

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar estado nutricional e risco cardiovascular de executivos. MÉTODOS: Estudo transversal. Foram avaliados 329 executivos de ambos os gêneros, com idade entre 31 e 70 anos, submetidos a check-up de saúde em hospital privado do município de São Paulo. Foram mensuradas as variáveis referentes a peso, estatura e circunferência da cintura (CC e determinado o Índice de Massa Corporal (IMC. Foram analisados pressão arterial, níveis séricos de colesterol total e frações, triacilglicerol, glicose e ácido úrico. Prática habitual de atividade física foi avaliada por meio do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ e o risco cardiovascular pelo Escore de Framingham. A análise de variância e o método de Bonferroni foram utilizados para o tratamento estatístico. RESULTADOS: Média de idade foi 44,6 anos (DP=6,8, predominando o gênero masculino (89,7%. Quanto ao estilo de vida, 17% eram tabagistas e 7,3% sedentários. Os resultados médios encontrados para os exames clínicos e bioquímicos foram: pressão arterial 117,8 x 78,6 mmHg (DP=12 x 8,3, colesterol total 200,5 mg/dL (DP=35,9, LDL-c 121,8 mg/dL (DP=29,9, HDL-c 52,2 mg/dL (DP=10,9, triacilglicerol 133,7 mg/dL (DP=76,8, glicose 96,3 mg/dL (DP=20,5 e ácido úrico 6,0 e 4,2 mg/dL (DP=1,0 e 0,9 para homens e mulheres, respectivamente. O IMC médio foi de excesso de peso (26,1kg/m²; DP=6,8. A CC média estava normal entre as mulheres (79,6cm; DP=7,3 e indicou risco elevado para doenças crônicas entre os homens (96,1cm; DP=8,9. O Risco de Framingham médio foi de 5,7%. CONCLUSÃO: Os executivos estavam com excesso de peso e apresentaram baixo risco cardiovascular.OBJECTIVE: To evaluate the nutritional status and cardiovascular risk among executives. METHODS: In a cross-sectional study. 329 executives of both genders, aged 31 to70 years, were evaluated during a health check-up in a private hospital in the city of São Paulo. The variables related to weight

  13. Prevalência de obesidade em idosos longevos e sua associação com fatores de risco e morbidades cardiovasculares Obesity prevalence among oldest-old and its association with risk factors and cardiovascular morbidity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivana Beatrice Mânica Da Cruz

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de obesidade e sua associação com fatores de risco e morbidades cardiovasculares em idosos longevos (com idade > 80 anos residentes em Veranópolis-RS, Brasil. MÉTODOS: Participaram do estudo 196 idosos (69 homens e 127 mulheres, 91% da população > 80 anos até julho de 1996. Para avaliação e classificação da obesidade, utilizou-se o índice de massa corporal (IMC e os critérios diagnósticos da Organização Mundial da Saúde (OMS e do National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES III. Os fatores de risco cardiovascular investigados foram sexo, idade, hipertensão arterial sistêmica (HAS, hipercolesterolemia, hipertrigliceridemia, diabetes mellitus (DM e tabagismo. Nas morbidades cardiovasculares, considerou-se a história de infarto agudo do miocárdio (IAM, claudicação intermitente e acidente vascular encefálico (AVE. A relação cintura-quadril (C/Q, o consumo regular de bebidas alcoólicas e a atividade física regular também foram investigados. RESULTADOS: A prevalência de obesidade foi 23,3% pelo critério da OMS (sem diferença entre os sexos, p=0,124 e 45,6% pelo critério NHANES III (significativamente maior entre as mulheres, p=0,05. Mulheres obesas apresentaram maiores níveis de pressão arterial sistólica e glicose, menores níveis de HDL-c e maior freqüência de HAS e DM; já os homens obesos apresentaram maiores níveis de pressão arterial diastólica, colesterol total, LDL-c e maior freqüência de hipercolesterolemia. As médias de C/Q e de triglicerídios, bem como a freqüência de hipertrigliceridemia foram maiores nos obesos de ambos os sexos. CONCLUSÕES: A prevalência de obesidade entre os idosos longevos foi alta e sua associação com os fatores de risco cardiovascular foi sexo-dependente. Em relação às morbidades, não se observou diferença entre os indivíduos obesos e não obesos.OBJECTIVE: to evaluate the obesity prevalence and its association with

  14. Avaliação do índice de massa corporal e risco cardiovascular em crianças e adolescentes de uma escola particular na cidade de Marília, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Bassalobre Carvalho Borges

    2017-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o IMC e risco cardiovascular em crianças e adolescentes de uma escola particular da cidade de Marília/SP. Métodos: Foram avaliados 124 alunos (62 feminino e 62 masculino com idade entre 4 e 18 anos. Realizado exame físico (antropometria, para classificação do IMC utilizou-se os pontos de corte definidos por Cole et al. (2000 e pela Associação para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO, 1998. Realizada análise estatística pelo teste qui-quadrado. Resultados: Encontrou-se prevalência de 28,8% de sobrepeso/RCV baixo, sendo maior no sexo feminino (19,3% do que no masculino (10,5% e 11,3% de obesidade/RCV moderado. Houve associação significante entre sobrepeso/RCV baixo com sexo feminino na amostra total (p=0,019 e na idade de 9 anos (p=0,044 e de obesidade/RCV moderado com sexo masculino (p=0,019 na amostra total. Conclusão: A prevalência de sobrepeso e obesidade na escola estudada é maior que a encontrada para essa faixa etária na população brasileira; os escolares do sexo feminino apresentam maior freqüência de sobrepeso e risco baixo, principalmente na idade de 9 anos e, os do gênero masculino maior freqüência de obesidade e risco moderado. Esses achados apontam para importância da atuação preventiva sobre obesidade e fatores de risco em crianças e adolescentes.

  15. Fatores de risco cardiovascular em crianças de 7 a 10 anos de área urbana, Vitória, Espírito Santo, Brasil Cardiovascular risk factors in 7-to-10-year-old children in Vitória, Espírito Santo State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria del Carmen Bisi Molina

    2010-05-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi identificar a ocorrência simultânea de fatores de risco cardiovascular em crianças de 7 a 10 anos de Vitória, Espírito Santo, Brasil, e investigar variáveis socioeconômicas associadas. Foram pesquisadas 1.282 crianças e obtidos dados antropométricos e medidas da pressão arterial com aparelho automático. Dados socioeconômicos, de alimentação e de atividade física foram obtidos com base em questionário. Para avaliação da ocorrência simultânea de fatores de risco cardiovascular foi desenvolvido um índice a partir da presença de excesso de peso, pressão arterial elevada, alimentação de baixa qualidade e lazer sedentário > 4h/dia. Presença simultânea de quatro fatores de risco cardiovascular foi identificada como risco alto. Classe socioeconômica e escolaridade materna foram incluídas no modelo de regressão logística. Cerca de 34% das crianças apresentaram dois fatores de risco cardiovascular, 20% três fatores e 6,4 quatro fatores de risco cardiovascular. A escolaridade materna se manteve associada ao risco cardiovascular alto (OR: 7,36, IC95%: 2,09-25,97 e médio (OR: 2,57, IC95%: 1,58-4,20. Baixa escolaridade materna foi o fator mais importante associado ao risco cardiovascular.The study aimed to identify the simultaneous occurrence of cardiovascular risk factors in children 7 to 10 years of age in Vitória, Espírito Santo State, Brazil, and investigate associated socioeconomic variables. In a sample of 1,282 children, anthropometric data were obtained and blood pressure was measured with an automatic device. Socioeconomic, nutritional, and physical activity data were obtained with a questionnaire. To evaluate the simultaneous occurrence of cardiovascular risk factors, an index was developed including overweight, high blood pressure, poor eating, and sedentary leisure > 4hours/day. The simultaneous presence of four cardiovascular risk factors was defined as high risk. Socioeconomic status

  16. Impacto de dois programas de educação nutricional sobre o risco cardiovascular em pacientes hipertensos e com excesso de peso Impact of two nutritional education programs on cardiovascular risk in overweight hypertensive patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Souza Alvarez

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO:Comparar os efeitos de dois protocolos de um programa de intervenção nutricional sob o risco cardiovascular em pacientes hipertensos e com excesso de peso em uso de medicamentos usual. Os pacientes foram acompanhados no Ambulatório de Hipertensão e Metabologia Cardiovascular, Universidade Federal de São Paulo. MÉTODOS:A população do estudo foi constituída por 63 pacientes hipertensos e com excesso de peso [índice de massa corporal >27 e OBJECTIVE:To evaluate and compare the effects of two study protocols with a program of educational nutrition intervention on CARDIOVACULAR risk in overweight hypertensive patients maintained on their usual medication. Patients were followed at Hypertension and Metabology Division of Federal University of São Paulo. METHODS: Sixty tree overweight [body mass index >27 e <39kg/m²] hypertensive patients, age M=55,7 (Standard deviation - SD=6,1 years old, 12 men and 51 women, were divided into two groups according to visit intervals, either every five weeks (G35 n=25 or every two weeks (G14 n=38, during twenty weeks. The two groups were submitted to an educational program aiming to improve the quality of their diet and to promote changes in their alimentary habits. Before and at the end of the study period, all patients were submitted to blood pressure determinations, to anthopometric measurements and to laboratorial evaluation for the calculation of Framingham coronary risk. RESULTS:At the end of the study significant and similar changes in body mass index, waist circumference (102,9, SD=9,7 vs 101,8, SD=7,6 NS, systolic blood pressure (139,7, SD=12,4 vs 134,8, SD=8,2 NS, total cholesterol (192,9, SD=35,7 vs 195,2, SD=37,8 NS, energy intake (1759,5, SD=385,8 vs 1858,7, SD=452,8 NS and Framingham coronary risk (11,1, SD=6,1 vs 9,4, SD=3,5 NS we observed in G14 and G35 groups respectively. CONCLUSION: A short program of nutritional intervention was shown to be useful to reduce coronary risk in

  17. O efeito agudo do chocolate amargo sob a função endotelial é dependente da idade em hipertensos com baixo risco cardiovascular

    OpenAIRE

    Jenifer Palma dEl-Rei Pinto

    2011-01-01

    Dados recentes indicam uma relação inversa entre doença cardiovascular e consumo de flavonóides. O objetivo do estudo foi identificar parâmetros clínicos e vasculares de pacientes hipertensos tratados que apresentaram efeitos benéficos na função vascular após o consumo de chocolate amargo com 70% de cacau por sete dias. Vinte e um pacientes hipertensos em tratamento medicamentoso, ambos os sexos, com idades entre 40-65 anos, foram incluídos em um ensaio clínico intervencional com aferição de...

  18. Associação entre atividade física e fatores de risco cardiovasculares em indivíduos de um programa de reabilitação cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Fernanda Barbosa Bernardo

    2013-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A prática de atividade física (AF apresenta relação inversa com fatores de risco (FR de doenças cardiovasculares, com efeitos positivos na qualidade de vida e em outras variáveis físicas e psicológicas. Contudo, não estão estabelecidos os benefícios das atividades cotidianas. OBJETIVO: Investigar a prevalência e a associação entre dos fatores de risco cardiovasculares e diversas categorias de atividade física de pacientes de um programa de reabilitação cardíaca. MÉTODOS: Avaliou-se 69 participantes e foram verificados peso, altura e pressão arterial. Logo após, os pacientes responderam aos questionários autorreferidos para avaliar o nível de atividade física, nível de estresse e verificar a presença dos FR. Utilizou-se regressão logística para estimar a razão de chance. RESULTADOS: Encontrou-se alta prevalência de FR nos indivíduos, sendo idade e hipertensão arterial mais prevalentes, enquanto tabagismo e estresse apresentaram menor prevalência. A maioria foi classificada como sedentária, exceto para AF de locomoção (AFL. CONCLUSÃO: Há alta prevalência de FR em pacientes que frequentam programas de reabilitação cardíaca e os sedentários possuem maior chance de apresentarem os FR hipertensão arterial, obesidade, tabagismo, álcool e estresse que os ativos, dependendo da categoria de AF.

  19. Associação entre ácido úrico e variáveis de risco cardiovascular em uma população não hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monica Cristina Campos Barbosa

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A associação entre ácido úrico (AU e as variáveis de risco cardiovascular permanece controversa em estudos epidemiológicos. OBJETIVO: Avaliar a associação entre o AU, pressão arterial (PA, índices antropométricos e variáveis metabólicas em população não hospitalar estratificada por quintis de AU. MÉTODOS: Em estudo observacional transversal, foram avaliados 756 indivíduos (369M, com idade de 50,3 ± 16,12 anos, divididos em quintis de AU. Foram obtidos PA, índice de massa corporal (IMC, circunferência abdominal (CA, AU, glicose, insulina, HOMA-IR, colesterol (CT, LDL-c, HDL-c, triglicerídeos (TG, creatinina (C. Foi calculada a taxa de filtração glomerular estimada (TFGE e considerada hipertensão arterial (HA quando a PA > 140x90 mmHg, sobrepeso/obesidade (S/O quando IMC > 25 kg/m² e síndrome metabólica (SM de acordo com a I Diretriz Brasileira de SM. RESULTADOS: 1 Não houve diferença entre os grupos na distribuição por sexo e faixa etária; 2 Os maiores quintis de AU apresentaram maiores médias de idade (p < 0,01, IMC, CA (p < 0,01, PAS, PAD (p < 0,001, CT, LDL-c, TG (p < 0,01, C e TFGE (p < 0,001 e menor média de HDL-c (p < 0,001; 3 O grupo com maior quintil de AU mostrou maiores prevalências de HA, S/O e SM (p < 0,001; 4 Maiores percentuais dos menores quintis de insulina (p < 0,02 e de HOMA-IR (p < 0,01 foram encontrados nos menores quintis de AU; 5 Em análise de regressão logística, o AU e as variáveis que compõem a SM apresentaram-se associados à ocorrência de SM (p < 0,01. CONCLUSÃO: Maiores quintis de ácido úrico associaram-se a pior perfil de risco cardiovascular e a pior perfil de função renal na amostra populacional não hospitalar estudada.

  20. Prevalências de sobrepeso, obesidade e hábitos de vida associados ao risco cardiovascular em alunos do ensino fundamental Prevalence of overweight, obesity and lyfe style associated with cardiovascular risk among middle school students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moacyr Roberto Cuce Nobre

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar a prevalência do risco cardiovascular associado ao estilo de vida de escolares da 5ª à 8ª série do ensino fundamental público e privado. MÉTODOS: Foram visitadas 87 salas, selecionadas aleatoriamente, totalizando 2125 estudantes que responderam ao questionário e tiveram o índice de massa corpórea calculado. A amostra representa cerca de 2% dos alunos de duas regiões de ensino do município de São Paulo. RRESULTADOS: Foram observados 24% com sobrepeso ou obesidade, 53,3% com hábito alimentar inadequado, 15,4% com sedentarismo, 62,6% com consumo de álcool, e 23,1% de cigarro. Entre 5ª e 8ª série dobrou o uso de bebidas alcoólicas, triplicou a proporção de adolescentes do sexo masculino que experimentou o cigarro, e quintuplicou do sexo feminino. Em contraposição, decresceu o hábito alimentar inadequado, embora 40% dos alunos das escolas públicas, e 58% das privadas, apresentem essa condição na 8ª série. O percentual de alunos com sobrepeso e obesidade foi maior nas escolas privadas, com o crescer das séries houve decréscimo dessa proporção, apesar de não atingir nível de significância estatística. O sedentarismo foi maior na escola pública e, com o crescer da idade, se mostrou controverso entre a escola pública e privada, aumentando com a idade na pública. As adolescentes do sexo feminino freqüentam menos as aulas de educação física. Hábito alimentar inadequado foi caracterizado por colocar mais sal na comida já preparada, menor consumo de laticínios, frutas e por outro lado, maior consumo de alimentos representados pelos refrigerantes, manteiga e salgadinhos. CONCLUSÃO: O reconhecimento precoce do risco cardiovascular associado ao estilo de vida fundamenta práticas preventivas de educação em saúde nas escolas.BACKGROUND: To study the prevalence of cardiovascular risk associated to the lifestyle of school children from the 5th to 8th grade, in public and private schools. METHODS

  1. Gerenciamento de Riscos em Programas de Aventura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor López-Richard

    2013-02-01

    Full Text Available o gerenciamento de riscos em programas de aventura será analisado de maneira sistemática neste trabalho. Os elementos que conformam os padrões de precaução em atividades comerciais de aventura serão tratados de forma crítica. V árias questões relacionadas à polêmica do credenciamento e certificação de programas comerciais de aventura serão analisadas. Os principais conceitos relativos à segurança na concepção, no planejamento, no monitoramento e na execução de programas turísticos de aventura e eventos na natureza serão abordados. Após a revisão conceitual, será exposto o resultado do estudo dos elementos de gerenciamento de riscos, introduzidos na legislação que rege a implementação da política de desenvolvimento do turismo sustentável no Município de Brotas. Risk management in adventure programs has been systematically analyzed within this work. The elements that integrate the standards of care in commercial adventure programming have been critically approached. Different questions related to the debate on accreditation and certification of adventure programs. The main concepts regarding safety during the conception, planning, monitoring, and execution of adventure tourism programs and events in the wild have been also approached. Following this conceptual revision, the result of the study of risk management topics introduced in the legislation related to the policy of sustainable tourism development in Brotas borough will be displayed.

  2. Prevalência de fatores de risco cardiovascular em trabalhadores de uma indústria brasileira Prevalencia de factores de riesgo cardiovascular en trabajadores de una industria brasileña Prevalence of cardiovascular risk factors in a population of Brazilian industry workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Soares Lara Cassani

    2009-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Determinar os fatores de risco cardiovascular é essencial para a prevenção primária e secundária das doenças do aparelho circulatório. OBJETIVO: Obter a prevalência de fatores de risco cardiovascular em uma população de industriários no Brasil. MÉTODOS: Estudo transversal em uma coorte com entrevista sociodemográfica para identificação de fatores de risco cardiovascular, medidas antropométricas e de pressão arterial e coleta de sangue capilar para dosagem de glicose, colesterol e triglicérides em funcionários de ambos os sexos de indústria alimentícia. RESULTADOS: Avaliaram-se 1.047 funcionários, sendo 913 (87% do sexo masculino, com idade média de 36 ± 8 anos. A freqüência de sedentarismo foi de 83% e de sobrepeso de 63%. Hipertensão arterial foi identificada em 28% dos indivíduos e 45% estavam na faixa de pré-hipertensão. Alteração de glicose capilar foi detectada em 49% dos participantes, colesterol elevado em 7% e triglicérides em 11% da população. Os valores de índice de massa corpórea não se associaram à renda, mas houve relação inversa com nível de escolaridade. CONCLUSÃO: Sobrepeso e sedentarismo são os principais fatores de risco cardiovascular em população de industriários.FUNDAMENTO: Determinar los factores de riesgo cardiovascular es esencial para la prevención primaria y secundaria de las enfermedades del aparato circulatorio. OBJETIVO: Obtener la prevalencia de factores de riesgo cardiovascular en una población del sector industrial en Brasil. MÉTODOS: Estudio transversal en una cohorte con entrevista sociodemográfica para identificación de factores de riesgo cardiovascular, medidas antropométricas y de presión arterial y colecta de sangre capilar para dosificación de glucosa, colesterol y triglicéridos en funcionarios de ambos sexos de una industria alimenticia. RESULTADOS: Se evaluaron a 1.047 funcionarios, 913 (87% del sexo masculino, con edad promedio de 36

  3. ATIVIDADE FÍSICA E MODULAÇÃO DO RISCO CARDIOVASCULAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Cichocki

    Full Text Available RESUMO Introdução: As doenças cardiovasculares são responsáveis por alto grau de morbidade e mortalidade na população mundial. Em populações saudáveis, a estimativa do risco cardiovascular tem sido calculada a partir de modelos de predição derivados de estudos prospectivos e observacionais. O escore de Framingham é um algoritmo tradicionalmente utilizado como estratégia primária de prevenção de doenças cardiovasculares em pessoas assintomáticas em um período de 10 anos. Para a determinação desse escore são considerados como fatores de risco os níveis séricos de colesterol total, colesterol HDL, pressão sistólica, diabetes mellitus, tabagismo e idade dos pacientes. Objetivo: Avaliar se a prática de atividade física é uma variável importante capaz de modular o risco obtido pelo escore de Framingham. Métodos: Foram considerados dados de 1004 indivíduos, divididos em adultos (18 a 59 anos e idosos (> 60 anos, usando o software Statistical Package for Social Sciences (SPSS para as análises estatísticas e adotando-se o nível de significância de 5% (P < 0,05 para todos os testes aplicados. Resultados: A correlação entre os fatores idade, sexo, tabagismo, hipertensão arterial e níveis séricos de HDL e o escore de Framingham foi confirmada tanto no grupo adulto como no idoso. Adicionalmente, nossas análises demonstraram correlação estatisticamente significativa entre a prática de atividade física e o risco calculado por esse escore, ficando evidente que indivíduos adultos ou idosos que praticam atividade física moderada ou intensa apresentam menor risco de desenvolver doença cardiovascular num período de 10 anos. Conclusão: Nossos dados demonstram que a prática de atividade física moderada ou intensa pode modular o escore de Framingham e assim como idade, sexo, tabagismo, hipertensão arterial e níveis séricos de colesterol total e HDL, deve ser considerada entre os fatores de risco de doen

  4. Dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Cervato

    1997-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudo descritivo por amostragem em munícípio do Estado de São Paulo, Brasil, em 1990, com objetivo de analisar, mediante entrevistas domiciliares, a dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares em indivíduos maiores de 20 anos. METODOLOGIA: Foram entrevistados 557 indivíduos, de idade entre 20 e 88 anos, que fazem parte de subamostra de um estudo global na região. A dieta habitual, identificada pelo histórico alimentar foi comparada às recomendações da OMS e os fatores de risco estudados (obesidade, dislipidemias, diabetes melito diagnosticados pelo Índice de Massa Corpórea e dosagens bioquímicas. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Observou-se que 60% da população consome dieta com energia total abaixo da estimativa das necessidades e que a contribuição calórica dos carboidratos foi de 56%, dos lipídios de 29% e das proteínas de 15%. Entretanto, na análise por percentil, a contribuição calórica dos lipídios e das proteínas encontra-se muito acima dos padrões recomendados em detrimento dos carboidratos. A energia, distribuição calórica e quantidade de colesterol foi adequada em apenas 5% das dietas. Dentre os fatores de risco para doenças cardiovasculares estudados observou-se a prevalência de obesidade em 38% dos indivíduos, de dislipidemias em 26% e de diabetes melito em 5%. A atividade física leve preponderante com dieta inadequada, tanto em termos de qualitativos quanto quantitativos, agravam ainda mais esse quadro.

  5. Papel da vitamina D no risco cardiovascular

    OpenAIRE

    Santos, Alejandro

    2011-01-01

    A prevenção da doença cardiovascular (DCV) é umaprioridade global de saúde pública. A vitamina D tem sido classicamente associada à saúde óssea, estando bem estabelecido que a carência de vitamina D provoca raquitismo na idade pediátrica e, osteomalacia e osteoporose na idade adulta. Contudo, hoje sabemos que níveis adequados de vitamina D são essenciais ao bom funcionamento de vários tecidos e órgãos do nossoorganismo, incluindo o sistema cardiovascular.

  6. Freqüência de doença cardiovascular aterosclerótica e de seus fatores de risco em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico Frequency of atherosclerotic cardiovascular disease and its risk factors in patients with systemic lupus erythematosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Weiss Telles

    2007-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: a patogênese da doença arterial coronariana no lúpus eritematoso sistêmico não está completamente estabelecida, porém fatores relacionados ao lúpus e ao seu tratamento parecem se associar à presença de fatores de risco tradicionais. Esses fatores de risco estão presentes em indivíduos com lúpus em uma freqüência maior em relação à população geral e correlacionam-se à presença de doença cardiovascular manifesta nessa população. OBJETIVOS: determinar a freqüência da doença cardiovascular manifesta e dos fatores de risco em pacientes com lúpus acompanhados no Serviço de Reumatologia do Hospital das Clínicas da UFMG. MÉTODOS: avaliação transversal de 172 pacientes com lúpus. Eventos cardiovasculares, fatores de risco tradicionais e manifestações clínico-laboratoriais do lúpus foram avaliados. RESULTADOS: a média de idade (DP foi de 38,5 anos (11,2 anos: a maioria do sexo feminino (95,9% e da etnia não-branca (64,5%. Identificou-se doença cardiovascular em oito pacientes (4,7%, com 11 diagnósticos diferentes. Três apresentaram evento coronariano; três, acidente vascular cerebral isquêmico; e cinco, doença arterial periférica. O fator de risco mais freqüente foi hipertensão arterial sistêmica (48,8%, seguido por dislipidemia em 70 (40,7% pacientes e hipertrigliceridemia em 51 (29,7%. O c-LDL > 100 mg/dl foi encontrado em 77 (44,8% pacientes. Entre as 165 pacientes do sexo feminino, 67 (40,6% encontravam-se na pós-menopausa, e 43,3% tiveram o diagnóstico de menopausa precoce. CONCLUSÕES: o presente estudo descreve a freqüência dos fatores de risco para doença arterial coronariana em uma amostra significativa de pacientes brasileiros com lúpus. A importância do reconhecimento de tais fatores encontra-se na possibilidade de modificação e tratamento de alguns deles. O impacto da identificação e do tratamento de fatores de risco em pacientes com lúpus para prevenção de eventos

  7. Racionalidade e métodos: registro da prática clínica em pacientes de alto risco cardiovascular Racionalidad y métodos: registro de la práctica clínica en pacientes de alto riesgo cardiovascular Rationality and methods: registry of clinical practice in high-risk cardiovascular patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Piva e Mattos

    2011-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Até o momento, nenhum registro brasileiro foi desenhado para documentar a prática clínica em relação ao atendimento de pacientes de alto risco cardiovascular em uma representativa e ampla amostra de centros investigadores, incluindo hospitais públicos e privados em âmbito nacional. Sendo assim, este estudo permitirá identificar os hiatos na incorporação de intervenções com benefício comprovado em nosso meio. OBJETIVO: Elaborar um registro dedicado à aferição da prática clínica brasileira no que se refere ao atendimento do paciente cardiovascular classificado como de alto risco. MÉTODOS: Estudo observacional do tipo registro, prospectivo, visando documentar a prática clínica atual aplicada a nível ambulatorial para pacientes de alto risco cardiovascular, classificados quando da presença de uma das variáveis: evidência de doença arterial coronariana, doença cerebrovascular, vascular periférica, em diabéticos ou não diabéticos; ou na presença de pelo menos três dos seguintes fatores de risco cardiovascular: hipertensão arterial sistêmica, tabagismo ativo, dislipidemia, idade superior a 70 anos, nefropatia crônica, história familiar de doença arterial coronariana e ou doença carotídea assintomática. Os pacientes serão coletados em 43 centros de todas as regiões brasileiras, incluindo hospitais públicos e privados, assim como em unidades básicas de atendimento a saúde, e revisados clinicamente até um ano após a inclusão. RESULTADOS: Os resultados serão apresentados um ano após o início da coleta (setembro de 2011, e consolidados, após a reunião da população e dos objetivos almejados posteriormente. CONCLUSÃO: A análise deste registro multicêntrico permitirá projetar uma perspectiva horizontal do tratamento dos pacientes acometidos da doença cardiovascular no Brasil.FUNDAMENTO: Hasta hoy, ningún registro brasileño fue proyectado para documentar la práctica clínica con relaci

  8. Mortalidade global e cardiovascular e fatores de risco de pacientes em hemodiálise Mortalidad global y cardiovascular y factores de riesgo de pacientes en hemodiálisis Global and cardiovascular mortality and risk factors in patients under hemodialysis treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Aparecida A. Almeida

    2010-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Mortalidade global e cardiovascular (CV elevada de pacientes em hemodiálise. OBJETIVO: Avaliação da mortalidade global e CV e identificação do risco de pacientes em hemodiálise. MÉTODOS: Estudo observacional, prospectivo. Estudados 334 pacientes em três anos. Desfechos primários: mortalidade global e CV. Sobrevida avaliada pelo método de Kaplan-Meier. Identificação de variáveis de risco pela Regressão de Cox, bi e multivariada. RESULTADOS: Foram estudados 189 (56,6% homens, idade 48,8 ± 14,2 anos, maioria de não brancos (295[88,3%] e com escolaridade de 0 a menor que 8 anos (211[63,2%]. Mortalidade total de 21,6% (72/334, 50% sobrevivendo 146 meses, e mortalidade CV de 41,7%(30/72, 75% sobrevivendo 141 meses. Na análise bivariada, o RR de óbito não cardiovascular (ONCV e CV aumentou com Idade >60 anos, Hb 126 mg/dl; de ONCV apenas, com baixa escolaridade, viuvez, Hb100 mg/dl, produto Ca x P 9,2 mg/dl; diminuiu com PA>140/90 mmHg (antes da sessão de HD e Ht>36%; de óbito CV apenas, aumentou com creatinina >9,4 mg/dl. Na análise multivariada, o RR de ONCV e CV aumentou com idade >60 anos e Hb126 mg/dl e o de ONCV com taxa de remoção de ureia na hemodiálise (Kt/V 60 anos e Hb126 mg/dl e ONCV Kt/VFUNDAMENTO: Mortalidad global y cardiovascular (CV elevada de pacientes en hemodiálisis OBJETIVO: Evaluación de la mortalidad global y CV e identificación del riesgo de paciente en hemodiálisis. MÉTODOS: Estudio observacional, prospectivo. Estudiados 334 pacientes en tres años. Desenlaces primarios: mortalidad global y CV. Sobrevida evaluada por el método de Kaplan-Meier. Identificación de variables de riesgo por la Regresión de Cox, bi y multivariada. RESULTADOS: Se estudiaron 189 (56,6% hombres, edad 48,8 ± 14,2 años, mayoría no blancos (295[88,3%] y con escolaridad de 0 a menor que 8 años (211[63,2%]. Mortalidad total de 21,6% (72/334, 50% sobreviviendo 146 meses, y mortalidad CV de 41,7% (30/72, 75

  9. Estudo clínico e de fatores de risco associados às alterações cardiovasculares em cães1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olívia M.M. Borges

    Full Text Available RESUMO: O conhecimento clínico das alterações cardíacas em cães é de fundamental importância na formulação de diagnósticos diferenciais e instituição terapêutica na rotina da Clínica Médica de Pequenos Animais. Objetivaram-se com este estudo descrever os aspectos clínicos, epidemiológicos e radiográficos inerentes as alterações cardiovasculares de cães cardiopatas atendidos no Hospital Veterinário de Patos-PB (HV. Para isso foram avaliados os prontuários clínicos de todos os animais atendidos no período de Janeiro de 2007 a Dezembro de 2012, selecionando-se 131 cães (GCARD que apresentavam histórico, alterações clínicas e radiográficas compatíveis com cardiopatia. Para fins comparativos, um grupo controle sem cardiopatia de igual número foi criado (GCON. Para análise estatística foram utilizados o teste de qui-quadrado ou teste exato de Fisher e regressão logística múltipla, com nível de significância de 5%, utilizando-se o programa SPSS 20.0 for Windows. Edema pulmonar e alterações morfológicas cardíacas foram os achados radiográficos mais frequentes. Não houve diferença quanto ao sexo e prevaleceram os animais mais velhos e da raça poodle. Tosse, cansaço e tristeza foram as queixas mais comuns. Sopro, tártaro e alterações oculares foram os sinais clínicos de maior ocorrência. As variáveis relacionadas ao engasgo, tontura/fraqueza, creptação pulmonar, ascite, obesidade, tumor e tártaro foram identificadas como associadas às cardiopatias. O modelo final apresentou ajuste satisfatório (teste de Hosmer e Lemeshow: χ2=0,221; P=0,994; R2 = 0,46. Mesmo que não seja possível determinar o diagnóstico etiológico das cardiopatias, faz-se necessário que um amplo conhecimento clínico e epidemiológico destes seja cada vez mais consolidado, de modo que as consequências fisiopatológicas dos distúrbios cardíacos sejam rapidamente identificados, trazendo qualidade de vida a todos os

  10. Associação entre marcadores inflamatórios e fatores de risco cardiovascular em mulheres de Kolkata, W.B, Índia Asociación entre marcadores inflamatorios y factores de riesgo cardiovascular en mujeres de Kolkata, W.B, India Association between inflammatory markers and cardiovascular risk factors in women from Kolkata, W.B, India

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debdutta Ganguli

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Recentes pesquisas tem se concentrado no uso de biomarcadores inflamatórios na previsão de risco cardiovascular. Entretanto, a informação é escassa em relação à associação entre esses marcadores inflamatórios com outros fatores de risco cardiovasculares em indianos asiáticos, particularmente em mulheres. OBJETIVO: Explorar a associação entre marcadores inflamatórios tais como proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as e contagem de leucócitos (LEU e fatores de risco cardiovascular tais como adiposidade geral e central, pressão arterial, variáveis lipídicas e lipoproteicas e glicemia de jejum. MÉTODOS: Conduzimos uma análise transversal de 100 mulheres com idade entre 35-80 anos. As participantes foram selecionadas através da metodologia de amostragem por cluster, de 12 distritos urbanos selecionadas ao acaso na Corporação Municipal de Kolkata, Índia. RESULTADOS: A PCR-as apresentou uma associação significante com o índice de massa corporal (IMC (p FUNDAMENTO: Recientes investigaciones se han concentrado en el uso de biomarcadores inflamatorios en la previsión de riesgo cardiovascular. Entre tanto, la información es escasa en relación a la asociación entre esos marcadores inflamatorios con otros factores de riesgo cardiovasculares en indios asiáticos, particularmente en mujeres. OBJETIVO: Explorar la asociación entre marcadores inflamatorios tales como proteína C-reactiva de alta sensibilidad (PCR-as y recuento de leucocitos (LEU y factores de riesgo cardiovascular tales como adiposidad general y central, presión arterial, variables lipídicas y lipoproteicas y glucemia de ayuno. MÉTODOS: Condujimos un análisis transversal de 100 mujeres con edad entre 35-80 años. Las participantes fueron seleccionadas a través de la metodología de muestreo por cluster, de 12 distritos urbanos seleccionadas al azar en la Corporación Municipal de Kolkata, India. RESULTADOS: La PCR-as presentó una

  11. Esteatose hepática não alcoólica: relação com a síndrome metabólica e os fatores de risco cardiovascular em adolescentes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wener Barbosa Resende

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a associação entre esteatose hepática não alcoólica (EHNA, síndrome metabólica (SM e fatores de risco cardiovascular (FRCs em adolescentes obesos. Métodos: Estudo observacional do tipo transversal com abordagem quantitativa, realizado de junho a agosto de 2011. Os voluntários foram aleatoriamente selecionados e encaminhados para avaliação clínica no setor de endocrinologia e cardiologia do hospital de clínicas da Universidade Federal de Uberlândia. Participaram 34 adolescentes de 14 a 19 anos, acima do percentil 95 da curva de crescimento. A EHNA foi analisada por ultrassonografia. A SM e os FRCs foram identificados pelos critérios da International Diabetes Federation. Resultados: A amostra foi composta de 14 indivíduos do sexo masculino e 20 do sexo feminino, com idade (16,8±1,6 e índice de massa corporal (IMC (35,7±3,9. A ocorrência de EHNA e SM foi de 76,5% (n=26 e 50% (n=17, respectivamente. O sexo masculino apresentou maior ocorrência de EHNA (78,6%, n=11, SM (64,3%, n=09 e associação de EHNA com SM (50%, n=07. Em relação aos FRCs 100% (n=34, 61,8% (n=21 e 52,9% (n=18 dos adolescentes apresentaram valores aumentados da circunferência da cintura (CC, da lowdensity- lipoprotein cholesterol (LDL-C e pressão arterial sistólica (PAS, respectivamente, e 52,9% (n=18 apresentaram baixos valores de high-density lipoprotein cholesterol (HDL-C. Houve correlações entre SM e triglicerídeos, PAS e diastólica e HDL-C, e entre EHNA, IMC e CC. Conclusão: Observou-se uma alta ocorrência de EHNA, SM e FRCs em adolescentes obesos. Uma forte correlação foi observada entre EHNA e SM, e entre FRCs com EHNA e SM.

  12. Fatores de risco cardiovascular e mortalidade: seguimento em longo prazo (até 20 anos em programa preventivo realizado pela medicina ocupacional Cardiovascular risk factors and mortality: long-term follow-up (up to 20 years in a preventive program carried out by occupational medicine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto de Souza Ciorlia

    2005-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: A queda da mortalidade por doenças cardiovasculares (DCV está sendo conseguida nos Estados Unidos e o mesmo declínio está ocorrendo em países em desenvolvimento, graças a mudanças favoráveis alcançadas no estilo de vida e nos fatores de risco. Apesar dessa consideração, o volume de informações de que se dispõe sobre a distribuição e comportamento desse tipo de doença e seus fatores de risco no Brasil ainda é pequeno. MÉTODOS: Foi realizada avaliação das alterações do colesterol total (CT, níveis de pressão arterial (PA, índice de massa corporal (IMC e tabagismo, além da ocorrência de eventos cardiovasculares fatais (F e não fatais (NF, sob intervenção dietética e comportamental e seguimento em longo prazo (até 20 anos em um grupo fechado, composto por 621 eletricitários de ambos os sexos, com idade média de 29,1±7,1 anos, variando de 15 a 59 anos. Foram construídas curvas atuariais para analisar os eventos cardiovasculares F e NF. RESULTADOS: A média do CT apresentou redução significativa por efeito da orientação dietética. O hábito de fumar diminuiu significativamente com mudanças comportamentais. A média das PAs diminuiu significativamente com uma melhor detecção e medidas higiênicas, e a adesão dos hipertensos definitivos ao tratamento mostrou um índice de 56,6%. Por outro lado, o IMC apresentou um aumento expressivo e gradativo. A probabilidade de os indivíduos continuarem livres de qualquer evento cardiovascular foi de 98,1%, enquanto que para os eventos fatais foi de 99,2%. CONCLUSÃO: Esses resultados comprovam que iniciativas voltadas para a prevenção devem ser prioritárias, com a intenção de se modificar as taxas de morbimortalidade das DCV.OBJECTIVE: The decrease in mortality due to cardiovascular diseases (CVD has been achieved in the United States and the same decrease has been happening in developing countries, thanks to favorable changes in lifestyle and risk

  13. Avaliação dos fatores de risco laborais e físicos para doenças cardiovasculares em motoristas de transporte urbano de ônibus em Montes Claros (MG Evaluation of labor-related and physical risk factors for cardiovascular disease in drivers of urban transport buses in Montes Claros in the state of Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Farias Alquimim

    2012-08-01

    Full Text Available Este estudo buscou avaliar os fatores de risco para doenças cardiovasculares em motoristas de ônibus em Montes Claros (MG. Foi empregado um questionário semiestruturado abordando dados pessoais, antropométricos, profissionais e laborais; e outro referente ao grau de estresse. Foram pesquisados 53 motoristas de ônibus e a média de idade foi de 30 a 39 anos, e dessa população, 81,1% diziam não ser fumantes, 58% não consumiam bebida alcoólica e 50% praticavam algum tipo de exercício. Na avaliação do IMC 40 motoristas (75,4% estavam com excesso de peso. A prevalência dos hábitos alimentares foi de excesso consumo de açúcar (66,0%, de gordura (64,2%, de café (69,8%, de sal (60,4%, de Coca Cola (64,2% e de refrigerante (54,7%. Dentre os relatos de doenças crônicas não foram observados motoristas diabéticos (98,1% e nem hipertensos (94,3%. A maioria da amostragem, 69,7% teve nível de estresse normal. Em relação aos dados laboratoriais, a grande maioria dos motoristas apresentou hipertrigliceridemia e hipercolesterolemia. Os níveis de HDL estavam satisfatórios, e o de LDL apresentou nível normal e desejável em mais da metade da amostra. A prevalência para doença cardiovascular mostrou-se baixa.The scope of this study was to evaluate risk factors for cardiovascular disease among bus drivers in Montes Claros in the state of Minas Gerais. A semi-structured questionnaire covering personal, anthropometric, professional and labor-related data was used, in addition to a questionnaire on the level of stress. 53 bus drivers were surveyed and the average age was 30 to 39 years of age. 81.1% were non-smokers; 58% of the sample were teetotalers; and 50% took regular exercise. In the assessment of BMI, 40 drivers (75.4% were overweight. The prevalence in eating habits revealed excess consumption of sugar (66.0%, fat (64.2%, coffee (69.8%, salt (60.4%, coca cola (64.2% and soft drinks (54.7%. Among reports of chronic diseases, no

  14. Valores de pressão arterial e suas associações com fatores de risco cardiovasculares em servidores da Universidade de Brasília Blood pressure levels and their association with cardiovascular risk factors among employees of the University of Brasília, a Brazilian public university

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Valverde da Conceição

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar e classificar, de acordo com o JNC 7, os níveis de pressão arterial dos servidores acima de quarenta anos da Universidade de Brasília, e estimar a prevalência de fatores de risco cardiovasculares presentes em tal população. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal na Universidade de Brasília, onde os servidores acima de quarenta anos responderam a um questionário e tiveram pressão arterial, peso e altura medidos. Os níveis de pressão arterial foram classificados de acordo com o JNC 7 e os dados demográficos dos indivíduos de cada categoria foram analisados. A porcentagem dos fatores de risco foi calculada. A análise estatística foi feita através do teste ANOVA e do teste qui-quadrado, quando aplicável. RESULTADOS: Setecentos e quatro servidores participaram do estudo, incluindo 438 homens e 266 mulheres. A mediana de idade foi 47 anos. Segundo o JNC 7, 139 (19,8% pessoas foram classificadas como normotensas; 298 (42,3% como pré-hipertensas e 267 (37,9% como hipertensas. Os fatores de risco avaliados foram sobrepeso/obesidade (56,8%, tabagismo (19,5%, consumo de bebidas alcoólicas (53,6%, sedentarismo (48,4% e hipertensão (37,9%. CONCLUSÃO: A alta freqüência de níveis pressóricos elevados e fatores de risco cardiovasculares apontam para a necessidade de medidas preventivas e terapêuticas de doenças cardiovasculares direcionadas aos servidores da universidade.OBJECTIVE: To verify and classify, according to the JNC 7, the blood pressure levels (BPL of the employees of University of Brasilia, a public university in Brazil, who are older than 40 years of age, and to estimate the prevalence of cardiovascular risk factors in this population. METHODS: A cross-sectional study was conducted at the University of Brasilia, with employees over 40 years of age. They answered a questionnaire and had their blood pressure, weight and height measured. The BPLs were classified according to the JNC 7

  15. Prevalência de fatores de risco para doenças cardiovasculares em hipertensos cadastrados em unidade de saúde da família - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v31i1.4492 Prevalence of risk factors for cardiovascular diseases among people with hypertension enrolled in a family health unit - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v31i1.4492

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Aparecido Sarriá Cabrera

    2009-05-01

    Full Text Available As doenças crônicas não-transmissíveis, em especial as doenças cardiovasculares, têm-se revelado como importante causa de morbimortalidade no Brasil, principalmente na área urbana. Estes agravos apresentam inúmeros fatores de risco, entre os quais são reconhecidos a hereditariedade, a idade, a raça, o sexo, a hipertensão arterial, o tabagismo, as dislipidemias, a diabetes, a obesidade e o sedentarismo. Este estudo buscou estimar a prevalência de alguns fatores de risco para doenças cardiovasculares em indivíduos hipertensos, de 20 a 79 anos, cadastrados em uma Unidade de Saúde da Família de Londrina, Estado do Paraná. Os dados foram coletados em entrevista domiciliar, com questões referentes a aspectos socioeconômicos e demográficos, estilo de vida e condição de saúde. Entre os 385 pacientes entrevistados, foram observadas as seguintes prevalências: 28,6% com colesterol elevado; 16,9% de tabagistas; 5,5% de consumidores regulares de bebidas alcoólicas; 70,4% que não praticavam atividade física; 22,9% com diabetes; e 30,9% com história familiar de doenças cardiovasculares. Observou-se elevada prevalência de fatores de risco cardiovasculares, especialmente a inatividade física. O manejo adequado destes fatores com medidas educativas e preventivas é fundamental para a redução das complicações cardiovasculares no grupo de pacientes hipertensos.Non-transmissible diseases, particularly cardiovascular diseases, have emerged as important causes of morbidity and mortality in Brazil, mainly in urban areas. Heredity, age, race, gender, high blood pressure and lipids, smoking, diabetes, obesity and physical inactivity are recognized risk factors for these events. This study aimed to estimate the prevalence of some risk factors for cardiovascular diseases among hypertensive patients aged 20 to 79 years who had been enrolled in a Health Family Unit in Londrina, Paraná State, Brazil. Data was collected during home

  16. Excesso de peso e o risco cardiovascular em jovens seguidos por 17 anos: estudo do Rio de Janeiro El exceso de peso y el riesgo cardiovascular en jóvenes seguidos durante 17 años: estudio del Rio de Janeiro Overweight and cardiovascular risk among young adults followed-up for 17 years: the Rio de Janeiro study, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Lopes Fonseca

    2010-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A adoção de medidas de prevenção primária em jovens é de potencial impacto favorável no cenário das doenças cardiovasculares. OBJETIVO: Avaliar a pressão arterial (PA e variáveis de risco cardiovascular em jovens estratificados pelo comportamento do índice de massa corporal (IMC obtido ao longo de 17 anos, desde a infância/adolescência (I/A. MÉTODOS: Três avaliações foram feitas em 115 indivíduos pertencentes à coorte do Estudo do Rio de Janeiro: A1:12,97 ± 1,48 anos; A2:21,90 ± 1,71 anos; A3:30,65 ± 2,00 anos e divididos em três grupos segundo o IMC nas três avaliações: Grupo N (IMC sempre normal; n=46, Grupo L (IMC variável; n=49 e Grupo S/O (IMC sempre aumentado; n=20. Em A1, A2 e A3 foram obtidos PA e IMC. Em A2 e A3, dosados glicose (G e perfil lipídico. Ainda em A2, dosada insulina (INS e calculado HOMA-IR. Em A3 acrescentou-se medida da circunferência abdominal (CA, relação abdômen/quadril (RAQ e percentual de gordura corporal (%GC. RESULTADOS: 1 Grupo S/O apresentou maiores médias de PA aumentada (pFUNDAMENTO: La adopción de medidas de prevención primaria en jóvenes es de potencial impacto favorable en el escenario de las enfermedades cardiovasculares. OBJETIVO: Evaluar la presión arterial (PA y variables de riesgo cardiovascular en jóvenes estratificados por el comportamiento del índice de masa corporal (IMC obtenido a lo largo de 17 años, desde la infancia/adolescencia (I/A. MÉTODOS: Tres evaluaciones se llevaron a cabo en 115 individuos pertenecientes a la cohorte del Estudio del Rio de Janeiro: A1:12,97 ± 1,48 años; A2:21,90 ± 1,71 años; A3:30,65 ± 2,00 años y divididos en tres grupos segundo el IMC en las tres evaluaciones: Grupo N (IMC siempre normal; n=46, Grupo L (IMC variable; n=49 y Grupo S/O (IMC siempre aumentado; n=20. En A1, A2 y A3 se obtuvieron PA e IMC. En A2 y A3, dosificados glucosa (G y perfil lipídico. Todavía en A2, dosificada la insulina (INS y calculado

  17. Dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares Habitual diet and cardiovascular disease risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Cervato

    1997-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudo descritivo por amostragem em munícípio do Estado de São Paulo, Brasil, em 1990, com objetivo de analisar, mediante entrevistas domiciliares, a dieta habitual e fatores de risco para doenças cardiovasculares em indivíduos maiores de 20 anos. METODOLOGIA: Foram entrevistados 557 indivíduos, de idade entre 20 e 88 anos, que fazem parte de subamostra de um estudo global na região. A dieta habitual, identificada pelo histórico alimentar foi comparada às recomendações da OMS e os fatores de risco estudados (obesidade, dislipidemias, diabetes melito diagnosticados pelo Índice de Massa Corpórea e dosagens bioquímicas. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Observou-se que 60% da população consome dieta com energia total abaixo da estimativa das necessidades e que a contribuição calórica dos carboidratos foi de 56%, dos lipídios de 29% e das proteínas de 15%. Entretanto, na análise por percentil, a contribuição calórica dos lipídios e das proteínas encontra-se muito acima dos padrões recomendados em detrimento dos carboidratos. A energia, distribuição calórica e quantidade de colesterol foi adequada em apenas 5% das dietas. Dentre os fatores de risco para doenças cardiovasculares estudados observou-se a prevalência de obesidade em 38% dos indivíduos, de dislipidemias em 26% e de diabetes melito em 5%. A atividade física leve preponderante com dieta inadequada, tanto em termos de qualitativos quanto quantitativos, agravam ainda mais esse quadro.INTRODUCTION: A survey by sampling in a county of the State of S. Paulo in 1990 sought, by means of home interviews, to analyse the habitual diet and risk factors for cardiovascular disease of people over 20 years of age. METHODOLOGY: Of the sub-specimen of a comprehensive study population, 557 individuals, aged between 20 and 88, were interviewed. The habitual diet, characterized by the dietary history, was compared with the recommendations on energy and nutrients of the

  18. Pressão Arterial em jovens como marcador de risco cardiovascular. Estudo do Rio de Janeiro Presión arterial en jóvenes como marcador de riesgo cardiovascular en jóvenes estudio de Rio de Janeiro Blood pressure in young individuals as a cardiovascular risk marker. The Rio de Janeiro study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erika Maria Gonçalves Campana

    2009-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O estudo de variáveis de risco cardiovascular em populações jovens é fundamental para estratégias de prevenção primária OBJETIVO: Avaliar a pressão arterial (PA, perfil antropométrico e metabólico em jovens do Estudo do Rio de Janeiro, acompanhados por 17 anos. MÉTODOS: Foram avaliados 115 indivíduos (64 masculinos em três momentos (seguimento 212,23±16,0 meses: A1 (12,97±1,48 anos, A2 (21,90±1,71 anos e A3 (30,65±2,00 anos e divididos em dois grupos: GN (n=84 com pelo menos duas medidas de PA normais nas três avaliações; GH (n=31 com pelo menos duas medidas de PA anormais nas três avaliações. Nas três ocasiões foram obtidos: PA e índice de massa corporal (IMC. Em A2 e A3: glicose, triglicerídeos, colesterol total e frações. Em A3 acrescentou-se a circunferência abdominal (CA. RESULTADOS: 1 As médias da PA, IMC e CA (pFUNDAMENTO: El estudio de variables de riesgo cardiovascular en poblaciones jóvenes es fundamental para estrategias de prevención primaria. OBJETIVO: Evaluar la presión arterial (PA, perfil antropométrico y metabólico en jóvenes del Estudio de Rio de Janeiro, seguidos por 17 años. MÉTODOS: Se evaluaron 115 individuos (64 masculinos en tres momentos (seguimiento 212,23±16,0 meses: A1 (12,97±1,48 años, A2 (21,90±1,71 años y A3 (30,65±2,00 años y se dividieron en dos grupos: GN (n=84 con por lo menos dos medidas de PA normales en las tres evaluaciones; GH (n=31 con por lo menos dos medidas de PA anormales en las tres evaluaciones. En las tres ocasiones se obtuvieron: PA e índice de masa corporal (IMC. En A2 y A3: glucosa, triglicéridos, colesterol total y fracciones. En A3 se agregó la circunferencia abdominal (CA. RESULTADOS: 1 Los promedios de la PA, IMC y CA (pBACKGROUND: The study of the cardiovascular risk variables in young populations is fundamental to establish primary prevention strategies. OBJECTIVE: To evaluate the blood pressure (BP, anthropometric and metabolic

  19. Homocisteína como fator de risco para doenças cardiovasculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sthefano Atique Gabriel

    2007-05-01

    Full Text Available Elevadas concentrações plasmáticas de homocisteína têm sido identificadas como um fator de risco independente para aterosclerose cerebral, coronariana e periférica. Os efeitos danosos da homocisteína sérica são fruto de suas características aterogênicas e trombogênicas. O tratamento mais eficaz para hiperhocisteinemia consiste na redução da homocisteína plasmática, através da fortificação alimentar com suplementos vitamínicos, ricos em vitamina B6, vitamina B12 e, principalmente, acido fólico. A dose recomendada é de 400 microgramos de folato por dia, sendo esta medida uma poderosa redutora da morbidade e mortalidade cardiovascular, além de prevenir possíveis defeitos de fechamento do tubo neural.

  20. Prevalência dos riscos cardiovasculares em escolares e adolescentes obesos acompanhados no ambulatório de endocrinologia pediátrica do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karlla Karollynna de Fátima Gaiotto

    2015-10-01

    Full Text Available Crianças e adolescentes obesos têm alto risco de desenvolver doençascardiovasculares na idade adulta. Assim, a detecção de fatores de risco e educaçãodos pacientes na infância é de extrema importância para o prognóstico, já que nesseperíodo a mudança dos hábitos de vida demonstra grande redução na incidência egravidade de doenças cardíacas. Desta forma, o objetivo do projeto foi avaliarrepercussões metabólicas associadas à obesidade nos pacientes atendidos noambulatório de endocrinologia pediátrica do CHS e seu impacto nos riscoscardiovasculares. Para isto foi realizada a análise do perfil bioquímico,antropométrico e níveis pressóricos de escolares e adolescentes obesos com idadeentre 07 e 18 anos no período de agosto de 2014 a maio de 2015 e calculada aprevalência para cada variável analisada. Dos 49 pacientes, 57,1% nasceram compeso adequado, 46,9% praticam atividade física insuficiente, 42,9% apresentamobesidade na família, 59,1% apresentam parentes obesos com algumacomorbidade, 81,3% se encaixam no percentil acima de 99 para o IMC, 90,55%apresentam circunferência de cintura acima de 71 cm, 44,1% foram consideradoshipertensos, 20,4% apresentaram alterações no perfil glicêmico, 34,7% possuemcolesterol total aumentado, 59,2% estão com HDL inferior ao desejável, 40,9%estão com níveis alterados de LDL, 49% apresentaram valores de VLDL elevado e30,6% apresentaram triglicérides aumentados. A análise dos dados deste estudopermite inferir que o IMC, pressão arterial, circunferência abdominal, colesterol total,HDL colesterol e triglicérides são aqueles cujos valores são mais expressivos, demonstrando as consequências diretas da obesidade no aumento do risco deeventos cardiovasculares futuros.

  1. Factores de riesgo y eventos cardiovasculares en inmigrantes latinoamericanos adultos en el Distrito Macarena, Sevilla, España: estudio piloto Fatores de risco e eventos cardiovasculares em imigrantes latino americanos adultos no Distrito Macarena, Sevilla, Espanha: estudo piloto Risk factors and cardiovascular events in adult Latin American immigrants in the Macarena District, Seville, Spain: a pilot study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Rafael González-López

    2013-04-01

    Full Text Available Con la finalidad de estimar la prevalencia por autorreporte de factores de riesgo y eventos cardiovasculares en población latinoamericana inmigrante adulta del Distrito 2 (Macarena de Sevilla, se realizó un estudio piloto de investigación descriptiva de corte transversal. Fue utilizado un cuestionario anónimo con autorreporte de factores de riesgo y eventos cardiovasculares. Resultados: participaron 34 personas, (18% de la muestra, media etaria: 31,8 años, residencia media: 6,5 años, mujeres: 52,9%. Prevalencias de factores de riesgo: 8,8% diabetes, 14,7% colesterol elevado y 23,5% hipertensión arterial. Prevalencia de eventos coronarios corresponde a 8,8%: angina de pecho, infarto de miocardio y accidente cerebrovascular: 2,9% para ambos. Se concluye en que la prevalencia de eventos cardiovasculares autorreportados supera la mencionada en la literatura, mereciendo este asunto la atención de los organismos sanitarios. Este dato debe ser tenido en cuenta por enfermería para elaborar planes de cuidados adaptados culturalmente al contexto de este colectivo inmigrante.Este estudo teve como objetivo estimar a prevalência de auto-relato de fatores de risco e eventos cardiovasculares na população latinoamericana imigrante adulta do Distrito 2 (Macarena de Sevilla. Estudo piloto de investigação descritiva de corte transversal, utilizou-se um questionário anônimo com auto-relato de fatores de risco e eventos cardiovasculares. Participaram 34 pessoas, (18% do total da mostra, idade média: 31,8 anos, residência média: 6,5 anos, mulheres: 52.9%. Prevalências de fatores de risco: 8,8% diabetes, 26.5% colesterol elevado e 14,5% hipertensão arterial. Prevalência de eventos coronários é de 8,8%: angina de peito, infarto do miocárdio e acidente cerebrovascular, com 2,9% cada um. A conclusão é que a auto-relatada prevalência de eventos cardiovasculares é maior do que a literatura, esta questão merece a atenção de agências de sa

  2. Fatores de risco cardiovascular em pacientes pediátricos após um ano de transplante renal Factores de riesgo cardiovascular en pacientes pediátricos después de un año de trasplante renal Cardiovascular risk factors in pediatric patients after one year of renal transplant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Líndia Kalliana da Costa Araújo Alves Carvalho

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a frequência de diabetes mellitus e a presença de fatores de risco cardiovascular em pacientes pediátricos após um ano de transplante renal. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, de cunho documental e exploratório, realizado de janeiro de 2000 a janeiro de 2006, abrangendo 111 prontuários de pacientes pediátricos (0 a 18 anos incompletos submetidos a transplante renal no Hospital do Rim e Hipertensão e no Hospital São Paulo da Universidade Federal de São Paulo. RESULTADOS: Foram analisados 111 pacientes, 50,5% utilizavam anti-hipertensivos antes do transplante renal. Um ano após este número caiu para 28%. No pré-transplante 13,5% pacientes apresentaram sobrepeso e após um ano não houve alteração importante (12,6%. O número de pacientes obesos aumentou 50% após um ano de transplante renal. Aproximadamente 1% das crianças desenvolveram diabetes mellitus pós-tranplante renal. CONCLUSÃO: A presença de excesso de peso (sobrepeso e obesidade, hipertensão arterial e diabetes mellitus são freqüentes em pacientes pediátricos pós-tranplante renal.OBJETIVO: Identificar la frecuencia de diabetes mellitus y la presencia de factores de riesgo cardiovascular en pacientes pediátricos después de un año de trasplante renal. MÉTODOS: Estudio retrospectivo, de orden documental y exploratorio, realizado de enero de 2000 a enero de 2006, abarcando 111 fichas de pacientes pediátricos (0 a 18 años incompletos sometidos a trasplante renal en el Hospital del Riñón e Hipertensión y en el Hospital Sao Paulo de la Universidad Federal de Sao Paulo. RESULTADOS: Fueron analizados 111 pacientes, 50,5% utilizaban anti-hipertensores antes del trasplante renal. Un año después este número cayó para 28%. En el pre-trasplante, 13,5% pacientes presentaron sobrepeso y después de un año no hubo alteración importante (12,6%. El número de pacientes obesos aumentó 50% después de un año de trasplante renal. Aproximadamente 1

  3. Fatores de risco da sepse em pacientes queimados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jefferson Lessa S. de Macedo

    Full Text Available OBJETIVO: Os avanços no tratamento de queimados têm reduzido as taxas de mortalidade e melhorado a qualidade de vida das vítimas de queimaduras. Entretanto, a sepse continua sendo um desafio e umas das principais causas de óbito no queimado. O objetivo deste trabalho é investigar, através de um estudo caso-controle, os fatores de risco da sepse em pacientes queimados. MÉTODO: O estudo caso-controle foi conduzido durante 12 meses, compreendendo os pacientes que foram tratados em regime de internação hospitalar na Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN, Brasília-DF. RESULTADOS: Quarenta e nove (19,4% pacientes tiveram sepse, de um total de 252 queimados internados na Unidade de Queimados durante o periodo do estudo. Eles tiveram um ou no maximo tres episodios de sepse durante a internacao, totalizando 62 episodios. Vinte e seis (53,1% eram homens e a media de idade foi de 21,9 ± 18,9 anos (variacao de um a 89 anos. A superficie corporal queimada dos pacientes que tiveram sepse variou de sete a 84%, com uma media de 37,7 ± 18,4%, sendo significativamente superior aos controles. As principais bacterias causadoras de sepse foram Staphylococcus aureus (46,5%, Staphylococcus coagulase negativo (20,7%, Acinetobacter baumannii (12,1% e Enterobacter cloacae (12,1%. Trinta (61,2% pacientes tiveram seu primeiro episodio de sepse na primeira semana de internacao. Quanto aos fatores de risco para a ocorrencia de sepse, destacam-se os seguintes, conforme seu poder de associacao "odds ratio": o uso de tres ou mais cateteres, a presenca de duas ou mais complicacoes, a superficie corporal queimada > 30%, o agente chama aberta e o sexo feminino. No geral, a taxa de letalidade por sepse foi de 24,5%. CONCLUSÃO: Um melhor conhecimento dos fatores de risco da sepse no paciente queimado permite o tratamento precoce dessa complicação, com antibioticoterapia sistêmica adequada, contribuindo para reduzir a morbidade e a mortalidade

  4. Adiponectina sérica e risco cardiometabólico em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Bernardes de Figueiredo Oliveira

    2013-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O tecido adiposo representa não somente uma fonte de energia estocável, mas principalmente um órgão endócrino que secreta várias citoquinas. A adiponectina, uma nova proteína semelhante ao colágeno, foi descoberta como uma citoquina específica do adipócito e um promissor marcador de risco cardiovascular. OBJETIVO: Avaliar a associação entre os níveis séricos da adiponectina e o risco para a ocorrência de eventos cardiovasculares, em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCA, e as correlações entre adiponectina e os biomarcadores metabólicos, inflamatórios e miocárdicos. MÉTODOS: Foram recrutados 114 pacientes com SCA, com seguimento médio de 1,13 ano para avaliação de desfechos clínicos. Modelos de regressão de risco proporcional de Cox com penalização de Firth foram construídos para determinar a associação independente entre adiponectina e o risco subsequente dos desfechos primário (composto de óbito cardiovascular/IAM não fatal/AVE não fatal e coprimário (composto de óbito cardiovascular/ IAM não fatal/AVE não fatal/re-hospitalização requerendo revascularização. RESULTADOS: Houve correlações diretas e significantes entre adiponectina e idade, HDL-colesterol e BNP, e inversas e significantes entre adiponectina e circunferência abdominal, peso corporal, índice de massa corporal, índice HOMA, triglicerídeos e insulina. A adiponectina foi associada a maior risco para os desfechos primário e coprimário (HR ajustado 1,08 e 1,07/incremento de 1.000, respectivamente, p = 0,01 e p = 0,02. CONCLUSÃO: Em pacientes com SCA, a adiponectina sérica foi preditor de risco independente para eventos cardiovasculares. De modo adicional às correlações antropométricas e metabólicas, a adiponectina mostrou correlação significante com BNP.

  5. Síndrome metabólica em crianças obesas e fatores de risco para doenças cardiovasculares de acordo com a resistência à insulina (HOMA-IR Metabolic syndrome and risk factors for cardiovascular disease in obese children: the relationship with insulin resistance (HOMA-IR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aparecido Pimentel Ferreira

    2007-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência da síndrome metabólica e identificar fatores de risco para desenvolvimento de doenças cardiovasculares de acordo com a resistência à insulina. MÉTODOS: Realizou-se um estudo transversal em 52 crianças obesas. A amostra foi randomizada após avaliação do índice de massa corporal [peso (kg/estatura (m²] de 1.550 escolares. A obesidade foi definida quando esse índice se encontrava acima do percentil 95 da classificação do Centers for Disease Control and Prevention. O sangue de jejum foi utilizado para mensurar a glicemia, lipoproteínas de alta densidade, triglicerídeos e insulina. A gordura corporal foi avaliada pela absortometria de raio X de dupla energia. A pressão arterial e a resistência à insulina foram mensuradas. A síndrome metabólica foi definida segundo o critério do National Cholesterol Education Program, com pontos de corte ajustados para a idade da amostra. RESULTADOS: A síndrome metabólica esteve presente em 17,3% das crianças avaliadas. A resistência à insulina diferiu significativamente entre o sexo feminino (3,8±2,2; IC95% 2,9-4,8 e o sexo masculino (2,6±1,3; IC95% 2,1-3,1; p = 0,016. Cerca de 44,2% da amostra apresentou pelo menos dois fatores de risco, e 15% apresentou hipertensão arterial. A hipertrigliceridemia foi encontrada em 50 e 70,8% dos meninos e meninas, respectivamente. Os níveis de lipoproteínas de alta densidade abaixo do desejável foram encontrados somente nas meninas. CONCLUSÕES: Crianças obesas apresentaram alta prevalência de síndrome metabólica. Apresentaram mais fatores de risco aquelas que obtiveram maiores níveis de resistência à insulina. Desta forma, são necessárias medidas intervencionistas com intuito de barrar o ganho de peso durante a infância.OBJECTIVE: To identify the prevalence of metabolic syndrome and risk factors for the development of cardiovascular diseases and to investigate their relationship with insulin resistance

  6. Instrument to assess treatment adhesion in patients with cardiovascular risk factors Instrumento para evaluar la adherencia a tratamientos en pacientes con factores de riesgo cardiovascular Instrumento para avaliar a aderência a tratamentos em pacientes com fatores de risco cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ORTIZ SUÁREZ CONSUELO

    2010-12-01

    álido y confiable, y se puede aplicar en futuros estudios acerca de la adherencia, a fin de obtener una mejor comprensión de la adherencia y sus determinantes, para a partir de ellos desarrollar planes de mejoramiento en las prácticas de cuidado en busca de beneficios para los pacientes y sus familias, promoviendo en ellos una adherencia efectiva.

    O presente estudo descritivo metodológico com abordagem quantitativa objetiva determinar a validade de construto e confiabilidade do instrumento “Fatores que influem na aderência ao tratamento farmacológico e não farmacológico em pacientes com fatores de risco de doença cardiovascular”.

    A informação foi obtida através da aplicação de um instrumento desenhado por Bonilla e De Reales no ano 2006, conformado por 53 itens e quatro dimensões que contam com validez facial, de conteúdo e confiabilidade, a 485 pacientes que cumpriam com os critérios de inclusão.

    A validez de constrito foi aplicada ao instrumento através da análise fatorial de tipo exploratório para determinar a correlação entre as variáveis e as quatro dimensões, pelo método de extração de componentes principais e da rotação varimax com Kaiser. Conseguimos a consistência interna do instrumento partindo dos resultados da análise fatorial (24 itens e 4 dimensões, através do coeficiente alfa de Cronbach.

    Os resultados do estudo evidenciaram que a validez de construto aplicada ao instrumento possibilitou a redução do número de itens de 53 para 24 através da análise fatorial, sem afetar as 4 dimensões do instrumento; o índice de consistência interna através do método do Alfa de Cronbach foi de 0,60, o qual se considera adequado. A exclusão dos 29 itens gerou uma nova versão do instrumento que agrupa os 24 itens em quatro fatores que explicam 45% da variância. Isso demonstrou que as variáveis eram correlatas com o que se esperava medir

  7. Somatotipo, fatores de risco e razão cintura-estatura em indivíduos fisicamente ativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Henrique Souza de Almeida

    2015-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A relação entre o tipo físico e o risco cardiovascular vem sendo estudada em diversas populações do mundo. No Brasil, estudos que avaliam esta relação são escassos, principalmente quando se trata de indivíduos que praticam atividades físicas. Objetivo: Analisar a relação do somatotipo com fatores de risco cardiovascular e razão cintura-estatura (RCEst em praticantes de atividade física.MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa descritiva com delineamento transversal. A amostra foi constituída por 280 sujeitos, usuários da pista de Cooper da Universidade Federal de Pernambuco, na cidade de Recife, PE, Brasil. Para identificação do nível de atividade física, utilizou-se a versão curta do International Physical Activity Questionnaire(IPAQ. Os indivíduos classificados como muito ativos, ativos ou irregularmente ativos A ou B, foram incluídos na amostra. Excluíram-se os sujeitos inativos fisicamente. O somatotipo foi estimado através do protocolo antropométrico de Carter e Heath (1990. Determinaram-se como fatores de risco cardiovascular o tabagismo, o consumo de bebida alcoólica e a pressão arterial (PA. Empregou-se a estatística descritiva para caracterização da amostra, em seguida, utilizou-se a Análise de Variância Multivariada (MANOVA, com nível de significância de p < 0,05.RESULTADOS: Não foi identificada relação significativa para as variáveis tabagismo e consumo de bebida alcoólica. Na análise da PA (Pillai's trace = 0,082; F = 8,187; p < 0,05 e da RCEst (Pillai's trace = 0,298; F = 39,081; p < 0,05, verificou-se significância estatística com o somatotipo.CONCLUSÃO: O tipo físico foi positivo e significativamente relacionado com a PA e com a RCEst, demonstrando que esse indicador antropométrico pode ser utilizado para predizer precocemente o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

  8. Prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Mathioni Mertins

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar a prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio, internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Coronariana de um hospital da região noroeste do estado do Rio Grande do Sul ̸ Brasil. Metodologia: Estudo quantitativo, descritivo e transversal, realizado no período compreendido entre 25 de abril a 25 de junho de 2012, com 48 pacientes. As variáveis de interesse para este estudo foram as condições sociodemográficas, dados antropométricos, hábitos alimentares e fatores de risco cardiovascular. Resultados: A idade média foi de 59,9 ± 11,55 anos, com predominância do sexo masculino (81,3%, de cor branca (83,3%, casados (70,8%, ensino fundamental incompleto (72,9%, aposentados (37,5%, renda menor que três salários mínimos (58,3% e procedentes da região urbana (72,9%. A prevalência dos fatores de risco se distribuiu da seguinte forma: sedentarismo (91,7%, hipertensão arterial sistêmica (63,8%, estresse (50%, circunferência abdominal alterada (50%, história familiar (43,7%, tabagismo (41,7%, sobrepeso (35,5%, obesidade (33,4%, dislipidemia (23%, diabetes mellitus (20,8% e consumo de álcool (12,5%. Conclusão: Os dados apresentados mostram a elevada prevalência de fatores de risco em pacientes que tiveram infarto agudo do miocárdio e nos direcionam a entender o papel da educação em saúde como estratégia para reduzir as causas de morbimortalidade, além de propor ações de cuidado e autocuidado e mudanças nos hábitos de vida.  Descritores: Fatores de Risco; Infarto do Miocárdio; Educação em Saúde (Fontes: DeCS e BIREME.

  9. LDL oxidada: Como um fator de risco para doença cardiovascular no transplante renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adele Soltani

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivos: A taxa de mortalidade de pacientes com doença renal crônica (DRC, que tenham sido submetidos à terapia de substituição renal, é muito elevada devido a doenças cardiovasculares (DCV. Alguns estudos indicaram que a ciclosporina A (CsA, um medicamento utilizado para prevenir a rejeição de transplante, está associada à perda óssea após o transplante. Além disso, ela tem um efeito oxidante sobre os lipídeos circulantes. Seu efeito pró-oxidante nas membranas celulares provoca a liberação de cálcio. Este estudo teve como objetivo analisar se o transplante renal pode ou não resultar em melhora no estresse oxidativo (EO; e avaliar a associação entre a LDL oxidada (LDL-ox e algumas variáveis na predição do risco de DCV em pacientes transplantados renais (TR, comparados com o grupo controle. Materiais e Métodos: Um total de 30 pacientes com DRC foram recrutados para avaliação das alterações dependentes do tempo no biomarcador de EO antes e após TR. Foram avaliados: LDL-ox, parâmetros do metabolismo dos lipídeos, a CsA, creatinina, cálcio e fosfato tanto antes do TR, 10 dias e 6 meses após o TR, em comparação com o grupo controle (n = 30. Resultados: após 6 meses, a concentração de LDL-ox mudou de 79,7 ± 9,7-72 ± 7 mU/ml (p < 0,009. O nível de fosfato de cálcio foi positivamente correlacionado com a concentração de LDL-ox (R = 0,467, p = 0,011 e ciclosporina (r = 0,419, p = 0,024 6 meses após o transplante. Conclusão: Os resultados indicaram que a restauração da função renal pelo transplante, melhora o estresse oxidativo induzido pela uremia. O produto de fosfato de cálcio, como um fator de risco independente para DCV, correlaciona-se com o LDL-ox antes do TR e 6 meses após o TR. O produto de fosfato de cálcio também se correlaciona com a ciclosporina no grupo TR.

  10. A transferência de risco de crédito em cadeias de suprimentos

    OpenAIRE

    Jorge, Ricardo Reolon

    2010-01-01

    Este estudo teve com objetivo verificar a potencial transmissão de riscos de crédito entre empresas de uma mesma cadeia de suprimentos, o tempo em que ocorre a máxima transmissão e sua magnitude. As análises foram realizadas em cadeias de suprimentos conhecidas pela academia como cadeias enxutas e cadeias ágeis, limitando-se aos dois elos principais das cadeias selecionadas – comércio e indústria. Os resultados mostraram que a transmissão de risco de crédito é observável na maioria dos casos,...

  11. Variáveis pessoais e contextuais associadas a comportamentos de risco em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jana Gonçalves Zappe

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Este estudo investigou o engajamento de adolescentes brasileiros em comportamentos de risco (uso de substâncias, comportamento sexual de risco, comportamento antissocial e comportamento suicida, buscando identificar os fatores de risco e proteção pessoais e contextuais mais associados com esses comportamentos. Métodos Participaram 1.332 adolescentes de 12 a 19 anos (M = 15,68; DP = 1,60, de ambos os sexos. Resultados O engajamento em comportamentos de risco variou em função da idade e do sexo, e o uso de substâncias foi o tipo de comportamento de risco mais prevalente entre os que foram investigados. Os fatores significativamente associados à adoção desses comportamentos foram violência intra- e extrafamiliar, ter amigos próximos ou familiares que usam drogas, eventos estressores e elevado nível de autoeficácia; enquanto os fatores que se mostraram protetores foram elevado nível de autoestima, expectativas positivas quanto ao futuro e percepção de positividade nas relações com família, escola, religião e comunidade. Conclusão O estudo permitiu identificar algumas características da manifestação de comportamentos de risco na adolescência, com destaque para a prevalência mais alta do uso de substâncias e a coocorrência de diferentes tipos de comportamentos de risco. Dentre os fatores de risco mais associados com o engajamento em comportamentos de risco, destacaram-se a presença de eventos estressores ao longo da vida e a proximidade com amigos que usam drogas. A partir disso, sugere-se investir na minimização de fatores de risco e na potencialização de fatores protetivos para a promoção do desenvolvimento saudável durante a adolescência.

  12. Distribuição por gênero de ácido úrico sérico e fatores de risco cardiovascular: estudo populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Lamego Rodrigues

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Não há dados relativos à epidemiologia da hiperuricemia em estudos brasileiros de base populacional. OBJETIVO: Investigar a distribuição de ácido úrico sérico e sua relação com variáveis demográficas e cardiovasculares. MÉTODOS: Estudamos 1.346 indivíduos. A hiperuricemia foi definida como > 6,8 e > 5,4 mg/dL para homens e mulheres, respectivamente. A síndrome metabólica (SM foi definida utilizando-se os critérios NCEP ATP III. RESULTADOS: A prevalência de hiperuricemia foi de 13,2%. A associação de ácido úrico sérico (AUS com fatores de risco cardiovasculares foi específica para o gênero: em mulheres, maiores níveis de AUS estiveram associados com IMC elevado, mesmo após ajustes da pressão arterial sistólica para idade (PAS. Em homens, a relação do AUS com o colesterol HDL esteve mediada pelo IMC, enquanto em mulheres, o AUS mostrou-se semelhante e dependente do IMC, independentemente dos níveis glicose e presença de hipertensão. Nos homens, os triglicerídeos, a circunferência abdominal (CA e a PAS explicaram 11%, 4% e 1% da variabilidade do AUS, respectivamente. Nas mulheres, a circunferência abdominal e os triglicerídeos explicaram 9% e 1% da variabilidade de AUS, respectivamente. Em comparação com o primeiro quartil, homens e mulheres no quarto quartil apresentavam 3,29 e 4,18 vezes mais de aumento de risco de SM, respectivamente. As mulheres apresentaram uma prevalência quase três vezes maior de diabetes melito. Homens normotensos com MS apresentaram maiores níveis de AUS, independente do IMC. CONCLUSÃO: Nossos resultados parecem justificar a necessidade de uma avaliação baseada no gênero em relação à associação do AUS com fatores de risco cardiovasculares, que se mostraram mais acentuados em mulheres. A SM esteve positivamente associada com AUS elevado, independentemente do gênero. A obesidade abdominal e a hipertrigliceridemia foram os principais fatores associados com a

  13. Efeitos de Intervenção Cognitivo-Comportamental sobre Fatores de Risco Psicológicos em Cardiopatas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Gorayeb

    Full Text Available RESUMODiminuir fatores de risco para cardiopatias pode melhorar a qualidade de vida e reduzir a mortalidade e morbidade relacionadas a elas.O presente estudo avaliou a eficácia de uma intervenção cognitivo-comportamental em grupo sobre ansiedade, depressão, estresse e saúde cardiovascular em cardiopatas. Foram avaliados 91 pacientes antes e após participação nos grupos, com entrevistas semiestruturadas, Inventários Beck (Ansiedade e Depressão e Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp. Coletaram-se medidas fisiológicas para cálculo do escore de Framingham. A participação no grupo resultou em redução dos sintomas de ansiedade, depressão, estresse e melhora do enfrentamento ao estresse. Não houve diferença no escore de Framingham. A intervenção se mostrou eficaz para a redução dos fatores de risco psicológicos nessa amostra.

  14. Fatores adicionais de risco cardiovascular associados ao excesso de peso em crianças e adolescentes: o estudo do coração de Belo Horizonte Additional cardiovascular risk factors associated with excess weigth in children and adolescents: the Belo Horizonte heart study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robespierre Q. C. Ribeiro

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Examinar a associação de sobrepeso e obesidade com perfis de atividade física, pressão arterial (PA e lípides séricos. MÉTODOS: Inquérito epidemiológico com 1.450 estudantes - seis a dezoito anos, em Belo Horizonte-MG. Dados: peso, altura, PA, espessura de pregas cutâneas, circunferência das cinturas, atividade física, colesterol total (CT, LDL-c, HDL-c, e hábitos alimentares. RESULTADOS:Prevalências de sobrepeso e obesidade foram 8,4% e 3,1%. Em relação aos estudantes situados no quartil inferior (Q1 da distribuição da prega subescapular, os estudantes do quartil superior (Q4 apresentaram um risco (odds ratio 3,7 vezes maior de ter um CT aumentado. Os estudantes com sobrepeso e obesos tiveram 3,6 vezes mais risco de apresentar PA sistólica aumentada, e 2,7 vezes para PA diastólica aumentada, em relação aos estudantes com peso normal. Os estudantes menos ativos, no Q1 da distribuição de MET, apresentaram 3,8 vezes mais riscos de terem CT aumentado comparados com os mais ativos (Q4. CONCLUSÃO: Estudantes com sobrepeso ou obesos ou nos quartis superiores para outras variáveis de adiposidade, assim como os estudantes com baixos níveis de atividade física ou sedentários apresentaram níveis mais elevados de PA e perfil lipídico de risco aumentado para o desenvolvimento de aterosclerose.OBJECTIVE: To examine the association of overweight and obesity with physical activity, blood pressure (BP and serum lipid profiles. METHODS: Epidemiologic investigation of 1,450 students, between the ages of 6 and 18, in the city of Belo Horizonte, MG. Data: weight, height, BP, skinfold thickness, waist circumference, physical activity, total cholesterol (TC, LDL-c, HDL-c, and dietary habits. RESULTS: The prevalence rates for overweight and obesity were 8.4% and 3.1%, respectively. In relation to the students in the lower quartile (Q1 of the distribution of subscapular skinfold, the students in the upper quartile (Q4 presented

  15. Vulnerabilidades e risco em saúde: percepção dos idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tuanna Agne

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: conhecer as percepções dos idosos referentes às vulnerabilidades e riscos de saúde a que estão expostos. Método: trata-se de uma pesquisa exploratória descritiva, através de entrevista semiestruturada, composta por uma questão fechada e três questões abertas. Participaram da entrevista 25 idosos, no município de Caxambu do Sul, SC. Resultados: predominou o sexo feminino, faixa etária entre 60 e 69 anos e escolaridade de nível fundamental incompleto. Quanto à percepção dos riscos, o agrotóxico, a aposentadoria insuficiente, distúrbios alimentares e trabalho forçado foram predominantes nas categorias. Todos os participantes referiram ter pelo menos uma doença crônica. Considerações finais: na percepção dos idosos, as vulnerabilidades e riscos à saúde a que estão expostos são: a risco ambiental (agrotóxico; b risco socioeconômico (aposentadoria insuficiente e gasto com medicação; c risco nutricional (distúrbios digestórios; d risco ocupacional (trabalhos forçados. Foi possível perceber que os idosos apresentam uma concepção ampliada de saúde, não a considerando como mera ausência de doenças, mas identificando a influência de diversos aspectos biológicos, psicológicos, sociais, políticos e econômicos relacionados ao risco em saúde.

  16. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.

  17. Fatores de risco para complicações em extremidades inferiores de pessoas com diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Emília Pace

    2002-10-01

    Full Text Available O estudo analisou fatores de risco para complicações em pés de pessoas com diabetes em Unidade Ambulatorial. Os dados foram obtidos por meio de entrevista semi-estruturada, avaliação de pés e exames laboratoriais. Os riscos tiveram a análise segundo Zavala e Braver e Sistema de Classificação do Consenso Internacional sobre Pé Diabético, mediante estatística descritiva. Nos resultados, a idade média foi 53,3±13 anos, tempo da doença 12,9±9 e 58% tinham ensino fundamental incompleto. Dentre os riscos, identificou-se complicações microvasculares, hipertensão arterial, nível glicêmico inadequado, sedentarismo, uso de sapatos inapropriados, somadas às alterações dermatológicas e estruturais. No risco para úlceras, obteve-se 19,1% entre as categorias 2 e 3. Os dados reforçaram necessidade de atendimento primário com ênfase na avaliação de riscos e educação do paciente.

  18. Riscos cardiovasculares do bloqueio androgênico Riesgos cardiovasculares del bloqueo androgénico Cardiovascular risks of androgen deprivation therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Freitas Ribeiro

    2010-09-01

    Full Text Available O adenocarcinoma de próstata é o câncer mais comum no sexo masculino após o câncer de pele. Entre as várias formas de tratamento do câncer de próstata, a terapia de bloqueio androgênico é uma modalidade consagrada nos pacientes com doença metastática ou localmente avançada, que provavelmente resulta em aumento de sobrevida. No entanto, o bloqueio androgênico é causador de uma série de consequências adversas. Complicações como osteoporose, disfunção sexual, ginecomastia, anemia e alterações na composição corporal são bem conhecidas. Recentemente, uma série de complicações metabólicas foi descrita como aumento da circunferência abdominal, resistência à insulina, hiperglicemia, diabete, dislipidemia e síndrome metabólica com consequente aumento do risco de eventos coronarianos e mortalidade cardiovascular nessa população específica. Este artigo de atualização apresenta uma revisão bibliográfica realizada no MEDLINE de toda literatura publicada em inglês no período de 1966 até junho de 2009, com as seguintes palavras-chave: androgen deprivation therapy, androgen supression therapy, hormone treatment, prostate cancer, metabolic syndrome e cardiovascular disease, no intuito de analisar quais seriam os reais riscos cardiovasculares da terapia de deprivação androgênica, também chamada bloqueio androgênico, nos pacientes com câncer de próstata.El adenocarcinoma de próstata es el cáncer más común en el sexo masculino después del cáncer de piel. Entre las varias formas de tratamiento del cáncer de próstata, la terapia de bloqueo androgénico es una modalidad consagrada en los pacientes con enfermedad metastásica o localmente avanzada, que probablemente resulta en aumento de sobrevida. Mientras tanto, el bloqueo androgénico es causante de una serie de consecuencias adversas. Complicaciones como osteoporosis, disfunción sexual, ginecomastia, anemia y alteraciones en la composición corporal son

  19. Níveis lipêmicos e alguns fatores de risco de doenças cardiovasculares em população do Município de São Paulo, SP (Brasil Lipemic levels and some cardiovascular disease risk factors in a population of the city of S. Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignez Salas Martins

    1989-02-01

    Full Text Available No estudo de população constituída de 3.792 indivíduos, procurou-se caracterizar o estado dos níveis lipêmicos, segundo sexo, idade e a presença ou ausência de fatores de risco de doenças cardiovasculares, expressos pelo hábito de fumar, obesidade, antecedentes diabéticos e uso de contraceptivos orais. Os indivíduos que não apresentaram nenhuma patologia e qualquer dos fatores de risco considerados foram denominados "isentos". Os dados foram submetidos à análise de variância constatando-se que a obesidade apresentou-se como o fator de risco mais relevante, para todos os grupos etários de ambos os sexos. Entretanto, para as mulheres encontraram-se diferenças menores, embora significantes, ao se comparar as médias dos níveis séricos lipêmicos, entre "isentas" e portadoras de fatores de risco. Para o grupo etário acima de 50 anos, sexo feminino, os níveis lipêmicos foram altos independentemente dos fatores de risco abordados.An attempt was made to caracterize lipemic levels according to sex, age and presence or absence of cardiovascular disease risk factors, in a population of 3,792 people between the ages of 20 and 59, in terms of smoking habits, obesity, family history of diabetes and use of oral contraceptives. Those individuals who did not present any of the risk factors mentioned were classified as "exempt". After submitting the data to variance analysis it was found that: - for men between 20 and 49 years of age there were high significant differences in the averages obtained for the seric levels of total lipids, triglycerides and total cholesterol between "exempt" and obese and "exempt" and obese with a family history of diabetes; - for the 50 to 59 age group there were significant differences in the average of the values corresponding to the seric levels of total lipids between "exempt" and those individuals in whom obesity appeared associated with smoking habits or associated with a family history of diabetes. The

  20. Fatores de risco comportamentais acumulados para doenças cardiovasculares no sul do Brasil Factores de riesgo conductuales acumulados en enfermedades cardiovasculares en el sur de Brasil Accumulated behavioral risk factors for cardiovascular diseases in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmila Correa Muniz

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência e identificar fatores associados ao acúmulo de comportamentos de risco para doenças cardiovasculares entre adultos. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com amostra representativa de 2.732 adultos de ambos os sexos de Pelotas, RS, em 2010. Os fatores de risco comportamentais investigados foram: tabagismo; inatividade física no lazer; consumo habitual de gordura aparente da carne; e consumo diário de embutidos, carne vermelha e leite integral. O desfecho do estudo foi o escore de aglomeração de fatores de risco comportamentais, variando de zero a três: nenhum fator de risco comportamental para doenças cardiovasculares ou exposição a 1, 2 ou > 3 fatores de risco comportamentais. Realizou-se regressão logística multinomial para avaliar o efeito ajustado das características individuais sobre o acúmulo de fatores de risco comportamentais, tendo como categoria de referência indivíduos sem qualquer dos fatores. RESULTADOS: A inatividade física foi o fator de risco mais prevalente (75,6%, seguido do consumo habitual de gordura aparente da carne (52,3%. Dois terços da população apresentaram dois ou mais fatores de risco comportamentais. A combinação de inatividade física e consumo habitual de gordura aparente da carne ocorreu em 17,5% da amostra; e inatividade física, consumo habitual de gordura aparente da carne e tabagismo, em 6,7%. Os odds ratios de acúmulo de dois ou mais fatores foram maiores entre homens e associaram-se inversamente com o indicador econômico nacional. CONCLUSÕES: O acúmulo de fatores de risco comportamentais para doenças cardiovasculares é elevado na população estudada. São necessárias intervenções públicas capazes de prevenir a ocorrência simultânea desses fatores.OBJETIVO: Estimar la prevalencia e identificar factores asociados con la acumulación de conductas de riesgo en enfermedades cardiovasculares entre adultos. MÉTODOS: Estudio transversal

  1. A periodontite como factor de risco para a doença cardiovascular? Avaliação de marcadores inflamatórios em indivíduos com e sem periodontite

    OpenAIRE

    Bezerra, Rui Alexandre Carvalho de Freitas

    2010-01-01

    A aterosclerose e consequentes doenças cardiovasculares representam uma das principais causas de morte no mundo industrializado. A sua etiologia é uma doença inflamatória crónica. Contudo, o estímulo da reacção inflamatória permanece parcialmente incompreendido. A periodontite é uma doença comum e é caracterizada por uma destruição tecidual inflamatória crónica que enfraquece a união dos dentes ao periodonto, induzindo a perda dentária. Estudos recentes sugerem uma associação entre infecções ...

  2. Estudo dos Fatores de Risco Associados a Arteriopatia Periferica em Nipo-brasileiros de Bauru (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Garofolo

    2014-03-01

    Full Text Available Fundamento: As patologias cardiovasculares são a maior causa de morbimortalidade nos países desenvolvidos e emergentes. Sua principal etiologia, a aterosclerose, é doença disseminada acometendo os territórios coronariano, cerebral e periférico. A doença arterial obstrutiva periférica (DAOP, além de suas consequências per se, sinaliza o acometimento do território coronariano. Portanto, seu melhor conhecimento permite tratamento adequado, retardando complicações locais e à distância, diminuindo o custo para o sistema de saúde. Objetivo: Este estudo estima a porcentagem de DAOP em nipo-brasileiros de Bauru (SP, reconhecidos pela alta prevalência de distúrbios metabólicos, como hipertensão arterial (43%, diabetes melito (33% e hipercolesterolemia (60 %, e analisa a associação com biomarcadores de risco. Métodos: Este estudo transversal populacional avaliou 1.330 nipo-brasileiros de ambos os sexos com idade ≥ 30 anos que foram submetidos a exame físico completo, medidas antropométricas, exames laboratoriais e índice tornozelo-braço (ITB. Participantes com ITB ≤ 0,90 foram diagnosticados como portadores de DAOP. Após aplicação dos critérios de exclusão, 1.038 indivíduos integraram a análise. Empregou-se regressão de Poisson para análise das associações com DAOP. Resultados: A idade média foi 56,8 anos e a porcentagem de DAOP foi 21,1%, igual entre os sexos. DAOP associou-se com tabagismo (RP 2,16 [1,33-3,48] e hipertensão arterial (RP 1,56 [1,12-2,22]. Conclusão: A porcentagem de DAOP nos nipo-brasileiros foi semelhante à de outras populações de perfil cardiometabólico desfavorável (US PARTNERS e POPADAD. A associação independente de DAOP com tabagismo e hipertensão, mas não com outros clássicos fatores de risco, pode depender das frequências muito elevadas dos distúrbios metabólicos nessa população.

  3. Medidas antropométricas como preditoras de fatores de risco cardiovascular na população urbana do Irã

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reza Gharakhanlou

    2012-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O sobrepeso e a obesidade são um importante problema de saúde pública na sociedade pela sua associação com diversas doenças crônicas. OBJETIVO: O objetivo deste estudo é determinar a prevalência e a distribuição de sobrepeso e obesidade, usando diferentes medidas antropométricas, e identificar o melhor indicador antropométrico intimamente relacionado aos fatores de risco de Doenças Cardiovasculares (DCV em população iraniana urbana. MÉTODOS: O presente estudo transversal foi realizado com 991 homens e 1.188 mulheres de 15 a 64 anos. Foram medidos Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência Abdominal (CA, Relação Cintura-Quadril (RCQ, Relação Cintura-Altura (RCA e porcentagem de gordura corporal. Foi obtida amostra de sangue em jejum. Foram avaliados os fatores de risco cardiovascular, incluindo glicemia de jejum, triglicerídeos, colesterol total (col-T, colesterol de baixa densidade (LDL-colesterol e colesterol da lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol. RESULTADOS: Em relação ao IMC, 49% dos homens e 53% das mulheres estavam acima do peso ou obesos, e 10,2% dos homens e 18,6% das mulheres encontravam-se obesos. Tanto nos homens quanto nas mulheres, a prevalência de sobrepeso esteve maior entre aqueles com 40-49 anos de idade, e a prevalência de obesidade esteve maior entre aqueles com 50 anos ou mais. Usando a análise de regressão múltipla, IMC, RCA e RCQ explicaram o maior percentual de variação de triglicerídeos, razão entre col-T e HDL-colesterol e LDL-colesterol em homens, respectivamente, ao passo que RCQ explicou o maior percentual de variação de triglicerídeos e CA explicou o maior percentual de variação da razão entre col-T e HDL-colesterol e LDL-colesterol em mulheres. CONCLUSÃO: Nossos dados indicam que RCQ e RCA foram os indicadores antropométricos que melhor previram fatores de risco cardiovascular em homens e RCQ e CA, em mulheres.

  4. Avaliação dos efeitos a curto prazo de programas de conscientização e de terapia com pravastatina em indivíduos de alto risco para doença cardiovascular provenientes de consultórios particulares The evaluation of short term effects of awareness programs and pravastatin therapy on subjects from private clinics at high risk for cardiovascular disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raul D. Santos

    1997-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a eficácia de programas de conscientização (PC sobre o controle de fatores de risco (FR para doença cardiovascular (DCV. MÉTODOS: Pacientes hipercolesterolêmicos de alto risco para DCV foram divididos em 2 grupos durante 16 semanas. O grupo A (n=417, 54,3±10,0 anos, 55% homens recebeu orientação verbal e escrita sobre controle de FR, e o grupo B (n=180, 54,4±10,9 anos, 45% homens apenas orientação verbal. Todos os participantes receberam 10mg/dia de pravastatina por 12 semanas. Avaliaram-se o peso, pressão arterial, o colesterol total (CT e frações, triglicérides, índices I e II de Castelli (CT/HDL-C e LDL-C/HDL-C e escores de Framingham. RESULTADOS: No basal, A diferiu de B no HDL-C (40,0±11,0 vs 43,0±11,0mg/dl, p=0,013 e no índice I (8,2±3,0 vs 7,6±2,3, p=0,008. Após 16 semanas as variações % foram maiores em A do que B no CT (-28,0 vs -25,0, pPURPOSE: To evaluate short-term efficacy of awareness programs (AP in reducing coronary heart disease risk factors (CHDRF. METHODS: High risk hypercholesterolemic patients were divided in 2 groups during 16 weeks. Group A (n=417, 54.3±10.0 years, 55% males received verbal and written orientation on CHDRF control, and group B (n=180, 54.4±10.9 years, 45% males received only verbal orientation. All participants received pravastatin 10mg q.d. for 12 weeks. The evolution of body weight, arterial pressure, lipid profile, Castelli's I and II indexes (TC/HDL and LDL/HDL, and Framingham scores were evaluated. RESULTS: At baseline, A had a lower HDL-C (40.0±11.0 vs 43.0±11.0mg/dl, p=0.013 and a higher index I (8.2±3.0 vs 7.6±2.3, p=0.008 than B. After 16 weeks, A had greater change than B in TC (-28.0 vs -25.0, p<0.05, LDL-C (-29.0 vs -27.6, p<0.05, HDL-C levels (+13.7 vs +10.8, p<0.05 and in the Castelli's Index (-39.0 vs -33.0; p<0.05. In both groups pravastatin use potentialized the effects of diet on the lipid profile. CONCLUSION: The AP seemed to be more

  5. Preditores cardiovasculares da mortalidade em idosos longevos Cardiovascular mortality predictors in the oldest old

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Pedro Marafon

    2003-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é investigar a associação entre fatores de risco e morbidade cardiovascular com mortalidade em idosos longevos. Noventa e um por cento da população com idade ³ 80 anos (n = 193 de Veranópolis, Rio Grande do Sul, no ano de 1996, foram avaliados para a detecção de fatores de risco e morbidade cardiovascular. Acompanhou-se esta população durante 3 anos e registraram-se os casos de óbitos. Os dados foram analisados por análise univariada e multivariada por regressão logística. Ocorreram 41 (21% óbitos (20 homens e 21 mulheres. As mortes foram distribuídas ao longo do período estudado como se segue: 3 (7,3% no primeiro ano, 8 (19,5% no segundo ano e 30 (73,2% no terceiro ano. Observou-se associação significativa de óbito com as seguintes características: pressão arterial diastólica (PAD, colesterol total (CT, LDL-C, ApoA-I, acidente vascular encefálico prévio (AVC, bloqueio do ramo direito (BRD e hipertrofia ventricular esquerda (HVE ao ECG. Os sobreviventes apresentaram níveis mais elevados de PAD, CT, LDL-C e ApoA-I. AVC, BRD e HVE. A análise multivariada mostrou que as variáveis eram fatores de risco independentes. Os fatores de risco cardiovascular parecem atuar de forma diferenciada em longevos.This article investigates the association between cardiovascular risk factors and cardiovascular morbidity and mortality in the oldest old. In 1996, 91% of the population ³ 80 years of age from Veranópolis, Rio Grande do Sul State, Brazil, were evaluated to detect cardiovascular risk factors and morbidity. The sample was followed up for three years, with the assessment of deaths. The analysis was done using univariate statistics and multivariate logistic regression analysis. There were 41 deaths (21%: 20 men and 21 women. Deaths were distributed by year as follow: 03 (7.3% in the first year, 08 (19.5% in the second, and 30 (73.2% in the third. There was a significant and independent association

  6. Avaliação Nutricional, Consumo Alimentar e Risco para Doenças Cardiovasculares de Crianças Praticantes de Natação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Donner Alves

    2010-09-01

    Full Text Available Introdução: As doenças cardiovasculares (DCV destacam-se, nos dias atuais, como a mais frequente causa de mortalidade, inclusive na infância. Dentre os fatores de risco para DCV estão o alto consumo de gorduras saturadas, trans, colesterol, como também o excesso de peso e gordura corporal. Objetivo: avaliar o estado nutricional e consumo alimentar de crianças praticantes de natação de um clube esportivo. Métodos: A avaliação nutricional foi realizada por meio de antropometria, utilizando-se: peso, estatura, dobra cutânea triciptal (DCT, subescapular (DCSE, circunferência abdominal (CA e cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC. O percentual de gordura corporal (%GC foi determinado através da soma da DCT e da DCSE. Para avaliar o consumo alimentar utilizou-se o Questionário Simplificado para Avaliação de Risco Cardiovascular (QRC que identifica a frequência de consumo de 9 alimentos ricos em gorduras. Resultados: Foram avaliadas 204 crianças, 59% do sexo masculino, com média de idade de 8±2 anos. Quando classificados, 30,4% apresentavam-se com excesso de peso de acordo com o IMC, 26% tinham CA aumentada e 41% apresentaram alto consumo de alimentos que aumentam o risco cardiovascular. De acordo com a classificação do %GC, 11% foram classificados como muito alto para a idade, com diferença significativa entre os sexos (P

  7. Atividade física habitual e risco cardiovascular na pós-menopausa Habitual physical activity and cardiovascular risk in post menopause

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimunda Beserra da Silva

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência de atividade física habitual e risco cardiovascular em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: Estudo de coorte transversal com 162 mulheres, entre 40 e 65 anos, em amenorréia há no mínimo 12 meses, acompanhadas no Ambulatório de Menopausa do CAISM/UNICAMP. As mulheres responderam oralmente o questionário International Physical Activity Questionnaire para avaliação do nível de atividade física, que abordou a freqüência e duração das atividades ocorridas durante uma semana normal, realizadas no transporte, trabalho, em casa e no lazer, classificando-as em sedentárias, insuficientemente ativas, ativas e muito ativas. Foram realizados exames laboratoriais para dosagem sérica de colesterol total, lipoproteína de alta densidade, lipoproteína de baixa densidade, triglicérides, glicemia de jejum e medidas de pressão arterial sistólica e diastólica. RESULTADOS: A média de idade das mulheres foi de 56,5 anos e idade na menopausa de 46 anos. A prevalência de atividade física foi de 83,3%, sendo que 2,5% foram classificadas como muito ativas, 80,8% ativas e 16,7% insuficientemente ativas. A maioria realizava atividades, principalmente no transporte e em casa, e apenas 38,3% realizavam atividade física durante o lazer. Nesta população, 87,7% das mulheres apresentavam escore de Framingham inferior a 10, considerado de baixo risco cardiovascular. CONCLUSÃO: Mulheres na pós-menopausa apresentam alta prevalência de atividade física habitual e baixa aderência ao exercício físico. O risco cardiovascular foi baixo na população estudada. É importante incentivar e orientar esta população a praticar atividade física compatível com suas condições físicas, estimulando a prática não somente da atividade física habitual, mas também do exercício físico.BACKGROUND: To evaluate the prevalence of habitual physical activity and cardiovascular risk in postmenopausal women. METHODS: A cross

  8. Hábitos alimentares e fatores de risco para aterosclerose em estudantes de Bento Gonçalves (RS) Dietary habits and risk factors for atherosclerosis in students from Bento Gonçalves (state of Rio Grande do Sul)

    OpenAIRE

    Hosana Maria Speranza Cimadon; Renata Geremia; Lucia Campos Pellanda

    2010-01-01

    FUNDAMENTO: A doença cardiovascular aterosclerótica inicia seu processo na infância precoce e é influenciada ao longo da vida por fatores genéticos e exposição ambiental a fatores de risco potencialmente modificáveis. OBJETIVO: Investigar a prevalência de fatores de risco para aterosclerose com ênfase nos hábitos alimentares em uma cidade de colonização predominantemente italiana. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, envolvendo 590 estudantes do ensino fundamental com idades entr...

  9. Eventos adversos relacionados à terapia ventilatória em recém-nascidos de alto risco

    OpenAIRE

    França, Débora Feitosa de

    2016-01-01

    Objetivou-se analisar os eventos adversos relacionados à terapia respiratória em recém-nascidos de alto risco de uma unidade neonatal. Trata-se de um estudo observacional, longitudinal e prospectivo, realizado em uma maternidade, unidade de referencia no Estado do Rio Grande do Norte para gravidez e nascimento de alto risco. Os dados foram coletados no período de abril a setembro 2016, após aprovação do projeto no Comitê de Ética em Pesquisa da UFRN com CAAE nº 51832415.0.0000.5537. A amostra...

  10. Simultaneidade de fatores de risco cardiovascular modificáveis na população adulta de Salvador (BA, Brasil Clustering of modifiable cardiovascular risk factors in adults living in Salvador (BA, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ines Lessa

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a freqüência da simultaneidade de fatores de risco cardiovascular modificáveis, com e sem inclusão da hipertensão arterial, em uma população miscigenada. MÉTODO: Estudo transversal realizado em 1 298 adultos com idade > 20 anos na Cidade de Salvador, Brasil, em 2000. Foram incluídos oito fatores de risco cardiovascular modificáveis, considerados em qualquer combinação: colesterol total > 240 mg/dL; colesterol das lipoproteínas de alta densidade (HDL-c 200 mg/dL; glicemia > 126 mg/dL + diabetes controlado; índice de massa corporal > 25 kg/m², cintura > 102 cm (homens e > 88 cm (mulheres, tabagismo e alcoolismo. Os resultados foram estratificados de acordo com o número de fatores de risco simultâneos (de zero a cinco ou mais; e dois ou mais. Os dados foram analisados em termos de proporções estimadas e intervalo de confiança de 95% (IC95%, com e sem inclusão da hipertensão arterial (critério JNC-VI, razões entre proporções e qui-quadrado para proporções como medida de associação. RESULTADOS: Entre os homens (41,4% dos participantes, 7,5% (IC95%: 2,5 a 9,7 não apresentaram fatores de risco; 68,8% (IC95%: 65,0 a 72,8 apresentaram dois ou mais fatores de risco, excluída a hipertensão. Quando a hipertensão foi incluída, 73,4% (IC95%: 69,7 a 77,1 apresentaram dois ou mais fatores de risco. Entre as mulheres, 11,6% não apresentaram fatores de risco. A presença de dois ou mais fatores de risco, excluída a hipertensão, foi observada em 67,7% (IC95%: 64,8 a 71,4. Após inclusão da hipertensão, 71,7% (IC95%: 68,5 a 74,9 das mulheres apresentaram dois ou mais fatores de risco. Foram observadas diferenças significativas entre presença de dois ou mais fatores de risco para homens com até 4 anos de estudo versus homens com 5 a menos de 11 anos de estudo (P OBJECTIVE: To estimate the frequency of modifiable cardiovascular risk factors, with and without inclusion of arterial hypertension, occurring

  11. Desnutrição, inflamação e outros fatores de risco para doença cardio vascular em pacientes sob diálise peritoneal.

    OpenAIRE

    Gusmão, Maria Helena Lima

    2007-01-01

    p. 1-116 Avaliar a associação entre desnutrição, inflamação e outros fatores de risco para doença cardiovascular em pacientes sob diálise peritoneal contínua. Métodos Estudo transversal, envolvendo 61 pacientes em Diálise Peritoneal Contínua em duas Unidades de Diálise em Salvador-Ba. O estado nutricional foi avaliado por meio da Avaliação Subjetiva Global. Realizou-se a dosagem de Proteína C Reativa Ultra Sensível para determinar inflamação. Foram estudados fatores de risco tradicionais p...

  12. Microcistinas: risco de contaminação em águas eutróficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Kamogae

    2000-05-01

    Full Text Available O aumento populacional, aliado à modernização da sociedade, incrementou o consumo de água, tornando o represamento recurso imprescindível para atender à demanda. Inúmeros fatores inter-relacionados contribuem para agravar o risco da deterioração da água, dentre os quais se destacam as microcistinas. Estas hepatotoxinas, produzidas por cianobactérias dos gêneros Anabaena, Microcystis, Nostoc e Oscillatorias, consistem de heptapeptídio de estrutura monocíclica cujo risco iminente da constante ingestão se deve ao efeito de potente promotor de tumor. A produção de microcistinas é favorecida por fatores ambientais onde existe elevada concentração de nutrientes e luminosidade, fatores estes que se tornaram inevitáveis no atual ecossistema. A crescente eutroficação de água ocorre em ritmo acelerado, decorrente da poluição pela industrialização, lixo doméstico, práticas agrícolas, além da espoliação de recursos naturais. Com a finalidade de alertar a comunidade e despertar seu interesse, este trabalho discorre sobre microcistinas e fatores de risco - perspectivas de sua contaminação, objetivando ainda estabelecer medidas preventivas que minimizem a deterioração das águas.

  13. Avaliação de Risco em Investimentos Florestais Evaluation of Risk in Investments Forestry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio José Simioni

    2011-03-01

    Full Text Available

    A avaliação econômica de projetos de investimentos é comumente utilizada como forma de buscar parâmetros indicativos de sua viabilidade. Entretanto, as condições de incertezas em relação ao ambiente econômico dificultam o processo de tomada de decisão. No caso dos plantios florestais, a complexidade é ainda maior em função do alto tempo de retorno do investimento. Uma das alternativas que pode ser utilizada pelos investidores é a transformação das incertezas em risco. Assim, o objetivo do artigo é verificar a adequação do emprego do Método de Monte Carlo (MMC na avaliação do risco em plantios florestais de <em>Pinus em>spp. O procedimento consiste na simulação da Taxa Interna de Retorno (TIR e do Valor Presente Líquido (VPL do projeto, a partir da simulação de variáveis previamente selecionadas no fluxo de caixa. O método mostrou-se eficiente na análise de risco de plantios florestais. 
    Economic evaluation of investment projects of is usually used as a form to search for parameters that are indicative of its viability. However, a condition of uncertainty in relation to the economic environment makes it difficult in order to help the process of decision making. In the case of the forest activities, the complexity is still bigger in function of the long time required for the return of the investment. One of the alternatives that can be used by the investors is the transformation of uncertainty into risk. Thus, the objective of the article is to verify the adequacy of the Monte Carlo Method (MMC in the risk evaluation of in forest activities with Pinus spp. The procedure  consists of the simulation of the Internal Tax of Return (ITR and of Net Present Value (NPV of the project, from the simulation of variables previously selected in the cash flow. The method revealed efficient in the risk analysis of forest activities. 

  14. Risco de queda em idosos institucionalizados com doença de Alzheimer

    OpenAIRE

    Ferreira, Lucas Lima; Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) campus de Presidente Prudente (SP).; Sanches, Giliadi Gadiel Américo; Centro Universitário de São José do Rio Preto (UNIRP).; Marcondes, Laís Passos; Centro Universitário de São José do Rio Preto (UNIRP).; Saad, Paulo César Balade; Centro Universitário de São José do Rio Preto (UNIRP).

    2014-01-01

    Introdução: Idosos com doença de Alzheimer (DA) apresentam diferenças no equilíbrio e marcha, de acordo com o estágio da patologia, que pode predispô-los a quedas. Objetivo: Avaliar o impacto da DA no risco de queda em idosos residentes em uma instituição de longa permanência. Métodos: Foram avaliados 20 idosos de ambos os sexos, sendo traçado o perfil sociodemográfico e avaliada a marcha e equilíbrio, por meio da escala de Tinetti. Resultados: Verificou-se que a maioria dos idosos (75%) era ...

  15. Gerenciamento de riscos de incêndios ativados por eletricidade em sítios históricos: estudo de casos em Ouro Preto-MG.

    OpenAIRE

    Silva, Gustavo Antonio da

    2011-01-01

    O presente trabalho descreve uma proposta de métodode avaliação do risco de incêndio deflagrado por eletricidade em sítios históricos. O método proposto baseia-se em um princípio de balanceamento de medidas de segurança baseado no Método de Gretener, com o estudo de caso em Ouro Preto-MG, apresentandosoluções para o gerenciamento do risco de incêndio, com a utilização da inspeção visual e termográfica _____________________________________________________________________________...

  16. Alterações eletrocardiográficas e sua relação com os fatores de risco para doença isquêmica do coração em população da área metropolitana de São Paulo Electrocardiographic abnormalities and cardiovascular risk factors for ischemic heart disease in an adult population from São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ELISABETH CARDOSO

    2002-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: A doença isquêmica do coração apresenta altas taxas de mortalidade e é a mais prevalente entre as doenças cardiovasculares. É uma doença multifatorial, cuja prevenção depende do controle dos fatores de risco. O eletrocardiograma de repouso pode ser utilizado para detectar manifestações da doença isquêmica do coração quando o indivíduo ainda é assintomático. O objetivo do estudo foi o de analisar a relação entre as anormalidades eletrocardiográficas e os fatores de risco para doença isquêmica do coração em uma população adulta residente na área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Realizou-se um estudo transversal com população do município de Cotia (SP. A amostra constou de 1067 indivíduos com idade acima de 20 anos, de ambos os sexos. Os dados foram obtidos por meio de entrevista com utilização de um questionário padronizado. As variáveis estudadas foram: sexo, idade, tabagismo, atividade física, índice de massa corpórea, relação cintura/quadril, pressão arterial, diabetes melito, dislipidemia (colesterol total, LDL-colesterol, HDL-colesterol e triglicérides e alterações eletrocardiográficas. As alterações eletrocardiográficas foram agrupadas em três categorias: alterações de repolarização ventricular (ARV, sobrecarga do ventrículo esquerdo (SVE e alterações não relacionadas à isquemia miocárdia ou sem alterações (NRI. RESULTADOS: A população de estudo era predominantemente jovem, sendo 79% abaixo de 50 anos, com idade de 39,8 anos ± 13,2 anos. Cerca de 59,3% dos indivíduos eram do sexo feminino. O eletrocardiograma mostrou que 9,5% da população apresentava ARV e 3,3% apresentava SVE. O sexo feminino, a idade de risco (acima de 65 anos para mulheres e acima de 55 anos para homens, a presença de diabetes, hipertensão arterial, colesterol total ³ a 200 mg/dl, LDL-colesterol ³ a 130 mg/dl, triglicérides acima de 200 mg/dl, índice de massa corpórea indicativo de

  17. Tratamento pós-menopausa reduz a atividade da catalase e atenua o risco cardiovascular Postmenopausal therapy reduces catalase activity and attenuates cardiovascular risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera S. Castanho

    2012-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A menopausa pode levar a alterações na saúde feminina, com mudanças no estado oxidativo de mulheres pós-menopausadas, para as quais são limitadas as informações relativas à influência da hormonioterapia (HT sobre as atividades das enzimas antioxidantes. OBJETIVO: Avaliar a influência da HT sobre a atividade da catalase, concentrações de lipídeos e lipoproteínas, proteína de transferência de colesteril éster, substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico, nitratos, proteína C-reativa ultrassensível e espessura da carótida em mulheres pós-menopausadas. MÉTODOS: Foram alocadas 94 mulheres para um de quatro grupos com ou sem HT. O último grupo foi subdividido em mulheres sendo tratadas com estrógeno e outras com estrógeno mais progestágeno. Foram realizadas medidas de parâmetros bioquímicos plasmáticos e da espessura da íntima-média da carótida. RESULTADOS: A HT antagonizou a redução na atividade da catalase após a menopausa, mas não teve efeito sobre os níveis da proteína de transferência de colesteril éster, substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico, peróxido lipídico, nitrato e proteína C reativa ultrassensível, nem sobre a espessura da íntima-média da carótida. A análise multivariada mostrou que a HT baseada em estrógeno atenuou a relação entre os fatores de risco cardiovasculares e a espessura da íntima-média da carótida comum. CONCLUSÃO: Este estudo mostra que a HT em mulheres pós-menopausadas produz efeitos antioxidantes e antiateroscleróticos benéficos por melhorar as concentrações séricas de lipídios e lipoproteínas, aumentar a atividade da catalase sérica e atenuar a associação entre os fatores de risco cardiovasculares e a aterosclerose precoce.BACKGROUND: Menopause can lead to alterations in women's health, with changes in the oxidative status of postmenopausal women in whom information regarding the influence of hormone therapy (HT on antioxidant

  18. Risco de suicídio em gestantes de alto risco: um estudo exploratório Risk of suicide in high risk pregnancy: an exploratory study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Rosana Guerra Benute

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o risco para comportamento suicida em gestantes de alto risco em um hospital público de São Paulo. MÉTODOS: Foi realizada entrevista semiestruturada com questionário previamente elaborado com cada uma das participantes (n = 268. O risco para suicídio foi identificado por meio da versão em português do PRIME-MD. RESULTADOS: A média de idade foi de 29 anos (SD = 0,507 e 30 semanas gestacionais (SD = 0,556. Constatou-se risco específico para suicídio em 5% (n = 14 do total da amostra. Destas gestantes, 85% têm relacionamento estável (casada ou amasiada, em 50% dos casos a gestação foi planejada, 71% têm religião e não exercem atividade profissional. Quando correlacionados os dados de estado civil, planejamento da gestação, idade, escolaridade, atividade profissional, risco de prematuridade e religião com risco para suicídio, constatou-se que ter uma religião apresentou significância estatística (p = 0,012. Não foram encontradas associações positivas para nenhum dos outros itens selecionados, quando comparados com o risco para suicídio. Ao correlacionar o risco de suicídio com os demais sintomas característicos de depressão maior, observou-se significância estatística em relação à insônia ou hipersonia (p = 0,003, fadiga ou perda de energia (p = 0,001, diminuição ou aumento do apetite (p = 0,005, menor interesse nas atividades diárias (p = 0,000, humor deprimido (p = 0,000, sentimento de inutilidade ou culpa (p = 0,000, diminuição da concentração (p = 0,002, agitação ou retardo psicomotor (p = 0,002. CONCLUSÃO: Observou-se que a religião pode ser um fator protetor com relação ao comportamento suicida. Além de propiciar uma rede social de apoio da qual as mulheres necessitam no período gravídico, as religiões apoiam as crenças na vida após a morte e em um Deus amoroso, propiciando objetivos a vida e autoestima e fornecendo modelos de enfrentamento de crises. Os resultados

  19. Perfil cardiovascular em pacientes com apneia obstrutiva do sono

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Dumas Cintra

    2011-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Apneia Obstrutiva do Sono (AOS é um fator de risco para várias condições cardiovasculares incluindo aumento na mortalidade cardiovascular. Sendo assim, é essencial o conhecimento das principais repercussões cardiovasculares dos distúrbios respiratórios do sono durante uma avaliação clínica. OBJETIVO: Analisar as características cardiovasculares de pacientes com AOS. MÉTODOS: Pacientes submetidos a polissonografia basal foram consecutivamente selecionados do banco de dados do Instituto do Sono entre março de 2007 e março de 2009. Todos os pacientes foram orientados a comparecer ao ambulatório para coleta de sangue, exame físico, eletrocardiograma de 12 derivações, espirometria, teste cardiopulmonar em esteira ergométrica e ecocardiograma transtorácico. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética e pesquisa e registrado no site http://clinicaltrials.gov/ sob o número: NCT00768625. RESULTADOS: Foram analisados 261 pacientes e 108 controles. As principais características dos pacientes com AOS foram: obesidade, hipertensão, baixos níveis plasmáticos de lipoproteínas de alta densidade (HDL e aumento no diâmetro do átrio esquerdo quando comparados com controles (3,75 ± 0,42; 3,61 ± 0,41, p = 0,001, respectivamente. Essas características associadas correspondem a um acréscimo de 16,6 vezes na probabilidade de ocorrência de AOS independentemente do relato de algum sintoma dessa desordem, como sonolência ou ronco. CONCLUSÃO: Na amostra avaliada, o perfil cardiovascular dos pacientes com AOS mais encontrado foi: obesidade, hipertensão arterial, baixos níveis plasmáticos de HDL e átrio esquerdo com diâmetro aumentado.

  20. Uma abordagem probabilística para a avaliação de riscos em cadeias de suprimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kevin P McCormack

    2010-08-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma proposta envolvendo a aplicação do conceito de redes Bayesianas para o gerenciamento de riscos em cadeias de suprimento, especificamente no relacionamento de díades fornecedor-cliente, a partir do mapeamento de categorias de risco e de eventos correlatos. O trabalho pode ser identificado como uma tentativa de contribuição à construção de modelos preditivos que permitam dar suporte ao processo de tomada de decisão gerencial, no tocante ao gerenciamento e mitigação de riscos. No artigo, um exemplo hipotético foi desenvolvido para se ilustrar a potencialidade de aplicação de redes Bayesianas para os fins propostos. O artigo detalha, por fim, a potencialidade do modelo teórico-conceitual proposto, bem como de questões relevantes para futuras pesquisas sobre o tema.

  1. Modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo foi construir um modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino. Participaram 1.358 adolescentes de quatro cidades. Foram avaliados os comportamentos de risco para os transtornos alimentares, insatisfação corporal, pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, sintomas depressivos e perfeccionismo por intermédio de escalas psicométricas. Peso, estatura e dobras cutâneas foram aferidos para calcular o índice de massa corporal (IMC e o percentual de gordura (%G. O modelo de equação estrutural explanou 76% da variância dos comportamento de risco (F(9, 1.351 = 74,50; p = 0,001. Os achados indicaram que a insatisfação corporal mediou a relação entre as pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, IMC, %G e os comportamentos de risco (F(9, 1.351 = 59,89; p = 0,001. Vale destacar que embora os sintomas depressivos não tenham se relacionado com a insatisfação corporal, o modelo indicou relação direta com os comportamentos de risco para os transtornos alimentares (F(2, 1.356 = 23,98; p = 0,001. Concluiu-se que somente o perfeccionismo não aderiu ao modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiras.

  2. Fatores de risco para doenças não-transmissíveis em área metropolitana na região sul do Brasil: prevalência e simultaneidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruce B. Duncan

    1993-02-01

    Full Text Available Três quartos da mortalidade no Estado do Rio Grande do Sul (Brasil ocorrem por doenças não-transmissíveis. Dentre elas as doenças cardiovasculares, por si só, correspondem a 35% das causas de morte. Para avaliar a prevalência de fatores de risco para essas doenças, foi realizado inquérito domiciliar no período de 1986/87. Foram entrevistados 1.157 indivíduos entre 15-64 anos, residentes em setores censitários de 4 áreas docente-assistenciais do Município de Porto Alegre, RS. A prevalência padronizada de tabagismo foi de 40%, hipertensão 14%, obesidade 18%, sedentarismo geral 47% e consumo excessivo de álcool, 7%. Trinta e nove por cento da amostra acumulavam dois ou mais desses cinco fatores de risco, somente 22% de homens e 21% de mulheres não apresentaram esses fatores de risco. As elevadas freqüências e concomitâncias desses fatores de risco alertam para sua importância em programas que visam a prevenção das doenças não-transmissíveis.

  3. Factores de risco de displasia broncopulmonar em cinco unidades portuguesas de cuidados intensivos neonatais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hercília Guimarães

    2010-05-01

    Full Text Available Resumo: A displasia broncopulmonar (DBP é multifactorial. Prematuridade, doença da membrana hialina, oxigénio, ventilação mecânica, inflamação e canal arterial são alguns dos factores na sua patogénese Objectivo: Avaliar a prevalência da DBP e seus factores de risco em cinco unidades portuguesas, para implementar boas práticas no tratamento deste doentes. Material e métodos: 256 recém-nascidos (RN com idade gestacional (IG  0,30 (85 vs 5 dias, respectivamente nos doentes com e sem DBP, p  0.30 (85 vs 5 days, respectively in BPD and no BPD patients, p < 0.001. Comments: The most relevant risk factors were low birth weight, severe hyaline membrane disease, duration of respiratory support and oxygen therapy, and nosocomial sepsis. The implementation of potentially better practices to reduce lung injury in neonates must be addressed to improve practices to decrease these risk factors. Palavras chave: Displasia broncopulmonar, recém-nascidos pré-termo, unidades de cuidados intensivos neonatais, doença da membrana hialina, ventilação mecânica, oxigenoterapia, factores de risco, boas práticas, Key words: Bronchopulmonary dysplasia, preterm infants, neonatal intensive care, prematurity, hyaline membrane disease, mechanical ventilation, oxygen therapy, risk factors, better practices

  4. Adesão ao Tratamento em Gestação de Alto Risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Langaro

    Full Text Available No Brasil, aproximadamente 15% das gestações são de alto risco, sendo os diagnósticos de diabetes gestacional e hipertensão as causas mais frequentes dessa condição. Para a efetividade dos tratamentos indicados nesses casos, bem como alcance de desfechos favoráveis, é essencial a adesão da paciente às recomendações fornecidas pelas equipes de saúde, o que torna fundamental a avaliação desse indicador. A pesquisa apresentada avaliou a adesão de participantes de um programa de atendimento interdisciplinar a gestantes de alto risco desenvolvido em um hospital geral privado por meio de três instrumentos: Questionário Morisky-Green de adesão ao uso de medicação, Questionário de Adesão ao Tratamento e Pergunta descritiva de avaliação qualitativa. Durante oito meses, 83 gestantes responderam aos questionários, que possibilitaram identificar níveis de adesão ao longo do tempo de participação no programa, situações de não adesão mais frequentes, bem como variáveis que interferem nas medidas de adesão ao uso de medicação e ao tratamento global. Considera-se que os índices levantados são passíveis de uso como indicadores clínicos e gerenciais, possibilitando a comprovação da efetividade e melhoria constante das rotinas de saúde. Tais mecanismos são úteis para definição de protocolos, discussão de casos clínicos e mesmo para feedbackàs próprias pacientes.

  5. Associação entre periodontite crônica e marcadores de risco para doença cardiovascular

    OpenAIRE

    André Luis Velloso Caúla Soares

    2009-01-01

    Pesquisas recentes têm demonstrado que a periodontite pode modificar a concentração sanguínea de uma série de tipos celulares e substâncias bioquímicas, que são considerados fatores de risco para doenças cardiovasculares. Este trabalho tem como objetivo avaliar a associação entre a periodontite crônica e marcadores de risco para doença cardiovascular. No Estudo I foram examinados 100 pacientes aparentemente saudáveis sistemicamente, sendo 66 portadores de periodontite crônica e 34 pacientes c...

  6. Fatores de risco associados à hipertensão arterial em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzane Albuquerque dos Santos Fukahori

    2017-02-01

    Full Text Available A Hipertensão Arterial Sistêmica é uma condição clínica com múltiplas causas e é definida por níveis elevados e sustentados de pressão arterial, sendo considerada uma das principais doenças crônicas não transmissíveis que acometem a população idosa. Objetivou-se identificar os fatores de risco associados à hipertensão arterial em idosos. O presente trabalho trata-se de uma revisão integrativa, com busca realizada na Biblioteca Virtual em Saúde, por meio das bases de dados LILACS, BDENF e MEDLINE, associados ao repositório SciELO, entre os anos de 2010 e 2015, com a utilização dos descritores combinados e síntese dos dados por meio de tabulações. Foram evidenciados como fatores de risco à hipertensão arterial nos idosos: a própria senilidade, o sexo feminino, excesso de peso, pior autopercepção de saúde, não adesão ao tratamento, incapacidade funcional, depressão e a inatividade física. Os resultados mostram o papel dos fatores de riscos para o desenvolvimento e complicações da hipertensão, todavia também são sinais para a detecção precoce e para a ampliação das intervenções de medidas de prevenção e controle nas diversas esferas de atendimento em saúde.Risk factors associated with arterial hypertension in elderlyAbstract: Systemic Arterial Hypertension is a clinical condition with multiple causes and is defined by elevated and sustained blood arterial pressure levels, being considered one of the main chronic non transmissible diseases that affect the elderly population. The aim of this study was to identify the risk factors associated with hypertension in the elderly. The present article deals with an integrative review, with a search carried out in the Virtual Health Library, through the LILACS, BDENF and MEDLINE databases, associated with the SciELO repository, between 2010 and 2015 years, using the descriptors combined and synthesis of the data by through tabulations. Senility, female gender

  7. ANÁLISE DE RISCO DE PRAGUICIDAS EM LEITE CRU E CARACTERIZAÇÃO DO USO EM PROPRIEDADES LEITEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Fagnani

    2011-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo a caracterização do uso de praguicidas em propriedades leiteiras no agreste de Pernambuco e estudar a contaminação do leite cru por praguicidas organofosforados (OF e carbamatos (CB, estimando a ingestão diária provável desses resíduos pelo leite. Em 28 propriedades e em dois tanques resfriadores comunitários do agreste pernambucano foram coletadas 30 amostras de leite. A quantificação de praguicidas nas amostras foi realizada por cromatografia gasosa. Doze amostras (40% apresentaram resíduos, sendo seis (20% positivas para OF, cinco (16,7% para CB e uma (3,32% para ambos praguicidas. As médias dos praguicidas detectados no leite em ng/ml foram: 0,04 para coumafós, 0,01 para dimetoato, 0,06 para fention, 0,02 para malation, 0,02 para aldicarb, 0,02 para carbaril e 0,01 para carbofuran. Quando a Ingestão Diária Provável Média dos princípios ativos detectados no leite foi comparada à respectiva Ingestão Diária Aceitável, não houve risco para nenhuma faixa etária, considerando o consumo per capta Brasileiro, pernambucano e o consumo recomendado pelo Ministério da Saúde de leite.

  8. Hipertensão arterial e sua correlação com alguns fatores de risco em cidade brasileira de pequeno porte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Miquetichuc Nogueira Nascente

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertensão arterial (HA é um problema de saúde que atinge um grande número de hipertensos não diagnosticados ou não tratados adequadamente e que possui um alto índice de abandono ao tratamento. OBJETIVO: Estimar a prevalência da HA e sua correlação com alguns fatores de risco cardiovasculares na população adulta de Firminópolis-GO. MÉTODOS: Estudo descritivo, observacional e transversal com base populacional, amostra aleatória simples (> 18 anos: questionários padronizados com medidas de pressão arterial (critério de HA > 140 x 90 mmHg, peso, altura, índice de massa corporal (IMC e circunferência da cintura (CC. Dados armazenados (Microsoft Acess e analisados pelo Epi-info. RESULTADOS: Investigados 1.168 indivíduos, com predomínio de mulheres. Sexo feminino - 63,2% com média de idade entre 43,2 ± 14,9 anos. Prevalência de sobrepeso em 33,7% e obesidade em 16,0% dos indivíduos. Prevalência de CC alterada em 51,8% e de tabagismo em 23,2%. Sedentarismo no trabalho e no lazer presente em 67,6% e em 64,8% dos indivíduos, respectivamente, com proporção maior entre as mulheres. Etilismo em 33,3% da amostra. A prevalência de HA foi de 32,7%, em maior número entre os homens (35,8% do que entre as mulheres (30,9%. Encontrada correlação positiva da HA com IMC, CC e faixa etária. Correlação negativa de HA e escolaridade, com 18,2% de hipertensos com nove anos ou mais de estudo. CONCLUSÃO: Encontrada alta prevalência de HA, excesso de peso e CC. O sexo feminino representou fator de proteção para o risco de HA. Encontradas correlação positiva da HA com IMC, CC, e faixa etária e correlação negativa com escolaridade.

  9. Perdas extremas em mercados de risco Extreme losses in risk markets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo A Arraes

    2006-12-01

    Full Text Available Neste artigo, infere-se sobre a distribuição de valores extremos de uma variável aleatória representada pelas severas perdas diárias em investimentos financeiros. A Teoria dos Valores Extremos (TVE fundamenta a modelagem de eventos gravosos raros, com expressivas conseqüências econômicas associadas a probabilidades muito pequenas de ocorrerem. Uma das grandes preocupações, na análise de riscos, é desenvolver técnicas para prever essas ocorrências excepcionais. Assim, as caudas das distribuições desses eventos raros são importantes para o estudo do risco, tornando a TVE uma ferramenta de grande valia para a estimação mais acurada do risco dessas perdas elevadas. Investigou-se, neste trabalho, a estimação de perdas máximas esperadas para séries financeiras, empregando-se: i métodos tradicionais, que utilizaram todos os dados amostrais para analisar a variável aleatória em questão e ii a metodologia dos Valores Extremos, particularmente a da Distribuição Generalizada dos Valores Extremos (DGVE, que utilizou apenas um conjunto de máximos amostrais para a estimação das perdas máximas esperadas. Concluiu-se que os métodos tradicionais subestimaram as perdas esperadas, sobretudo nas proximidades dos limites das caudas das distribuições, e que a DGVE mostrou-se bem mais eficiente na previsão dessas perdas extremas nas séries analisadas: Ibovespa, Merval, Dow Jones.This paper aims to infer about the distribution of extremes values of a continuous random variable, represented as the severe daily losses in financial markets investments. The Extreme Value Theory (EVT plays a fundamental role in modeling rare events associated with great losses and very small probabilities of occurrence. One of the great concerns in risk management is to develop analytic techniques to foresee those exceptions. In that way, the tails of the rare losses' probability density function (pdf are of great importance in evaluating that kind of

  10. Análise de propostas de gestão de riscos em ambientes com atividades envolvendo nanomateriais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Renato Balbão Andrade

    2013-11-01

    Full Text Available A manipulação de nanomateriais apresenta enormes desafios para a gestão de ris-cos em pesquisa e na produção de novos materiais. Porém, os dados sobre os impactos destes novos materiais sobre a saúde humana e meio ambiente precisam ser ampliados. Vários esforços têm sido feitos para mitigar as adversidades e oferecer diretrizes para a gestão destes riscos associados aos nanomateriais. Este artigo objetiva fornecer visão ampla e comparativa entre as principais propostas existentes na literatura. A metodologia utilizada foi análise sistemática englobando 17 propostas de gestão de riscos com nanomateriais. Os resultados indicam que, embora não haja consenso sobre as métricas utilizadas para caracterizar os riscos dos nanomateriais, a adoção do Princípio da Precaução, do enfoque de controle de bandas e da participação dos envolvidos se sobressai entre os documentos analisados.

  11. Prevalência de fatores de risco coronariano em praticantes de futebol recreacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.H.G. Gomides

    2016-06-01

    Conclusão: Os fatores de risco coronariano mais prevalentes nos praticantes de futebol recreacional foram o excesso de peso, o sedentarismo e a hipercolesterolemia, apresentando classificação de risco médio e crescimento com o aumento da idade, sobretudo após os 31 anos.

  12. Raiva humana transmitida por cães: áreas de risco em Minas Gerais, Brasil, 1991-1999

    OpenAIRE

    Miranda, Cristiana Ferreira Jardim de; Silva, José Ailton da; Moreira, Élvio Carlos

    2003-01-01

    Com o objetivo de identificar e caracterizar as diferentes áreas de risco para a raiva humana transmitida por cães em Minas Gerais, realizou-se um estudo observacional retrospectivo quali-quantitativo, no período de 1991 a 1999. Utilizou-se a divisão do estado em 25 Diretorias Regionais de Saúde (DRS), vinculadas à Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Os indicadores estudados foram a estimativa de população canina, a ocorrência de raiva canina e felina confirmada por exames...

  13. Risco para transtornos alimentares em escolares de Salvador, Bahia, e a dimensão raça/cor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a existência de fatores de risco associados aos transtornos alimentares em escolares da cidade de Salvador, Bahia, por meio da dimensão étnico-racial como fator de heterogeneidade. MÉTODOS: Os participantes da pesquisa são escolares do sexo feminino, na faixa etária entre 15 e 30 anos, residentes na cidade de Salvador, no Estado da Bahia. Foram investigadas 626 estudantes, selecionadas em instituições públicas e privadas de ensino médio e universitário. Utilizaram-se o Eating Atittude Test-26, o Body Shape Questionnaire e o Beck Depression Inventory como instrumentos de identificação de risco para os transtornos alimentares. A classificação étnico-racial se deu por autodeclaração, de acordo com as categorias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Foram realizadas análises descritivas, bivariadas (χ2 de Pearson e regressão logística multivariada para análise dos dados. RESULTADOS: As estudantes que se identificaram como amarelas ou indígenas têm 3,6 vezes mais chances de desenvolverem comportamentos alimentares desordenados e 4,8 vezes mais possibilidade de estarem insatisfeitas com sua imagem corporal. As pardas apresentam 2,5 vezes mais risco para essa insatisfação. A depressão é uma comorbidade que deve ser considerada, apesar de não estar associada significativamente à raça/cor. CONCLUSÃO: As mulheres não brancas em Salvador apresentam risco de desenvolver transtornos alimentares. Outros estudos que combinam métodos quantitativos e qualitativos podem permitir uma análise mais robusta quanto à relação entre transtornos alimentares e raça/cor e etnia.

  14. O escore de risco de sangramento como preditor de mortalidade em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Nicolau

    2013-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A ocorrência de sangramento aumenta a mortalidade intra-hospitalar em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCAs, e há uma boa correlação entre os escores de risco de sangramento e a incidência de eventos hemorrágicos. No entanto, o papel dos escores de risco de sangramento como fatores preditivos de mortalidade é pouco estudado. OBJETIVO: Analisar o papel do escore de risco de sangramento como fator preditivo de mortalidade intra-hospitalar numa coorte de pacientes com SCA tratados num centro terciário de cardiologia. MÉTODOS: Dos 1.655 pacientes com SCA (547 com SCA com supra de ST e 1.118 com SCA sem supra de ST, calculou-se o escore de risco de sangramento ACUITY/HORIZONS prospectivamente em 249 pacientes e retrospectivamente nos demais 1.416. Informações sobre mortalidade e complicações hemorrágicas também foram obtidas. RESULTADOS: A idade média da população estudada foi 64,3 ± 12,6 anos e o escore de risco de sangramento médio foi 18 ± 7,7. A correlação entre sangramento e mortalidade foi altamente significativa (p < 0,001; OR = 5,29, assim como a correlação entre escore de sangramento e hemorragia intra-hospitalar (p < 0,001; OR = 1,058, e entre escore de sangramento e mortalidade intra-hospitalar (OR ajustado = 1,121, p < 0,001, área sob a curva ROC 0,753; p < 0,001. O OR ajustado e a área sob a curva ROC para a população com SCA com supra de ST foram 1,046 (p = 0,046 e 0,686 ± 0,040 (p < 0,001, respectivamente, e para SCA sem supra de ST foram 1,150 (p < 0,001 e 0,769 ± 0,036 (p < 0,001, respectivamente. CONCLUSÃO: O escore de risco de sangramento é um fator preditivo muito útil e altamente confiável para mortalidade intra-hospitalar em uma grande variedade de pacientes com SCAs, especialmente aqueles com angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supra de ST.

  15. Demência como fator de risco para fraturas graves em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho Aline de Mesquita

    2002-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As quedas entre pessoas idosas constituem importante problema de saúde pública devido à sua alta incidência, às complicações para a saúde e aos altos custos assistenciais. O estudo realizado visa a estimar a associação entre demência e ocorrência de quedas e fraturas entre idosos. MÉTODOS: Foi conduzido estudo caso-controle de 404 indivíduos com 60 ou mais anos de idade, da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Casos e controles foram pareados por idade, sexo e hospital. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada com os idosos. Foram considerados portadores de quadro demencial idosos cuja pontuação no questionário BOAS fosse superior a dois. Foram obtidos odds ratios (OR ajustados por fatores potenciais de confusão, utilizando-se regressão logística condicional. RESULTADOS: As quedas distribuíram-se igualmente entre os períodos da manhã, tarde e noite, havendo uma redução em sua freqüência durante a madrugada. Acidentaram-se dentro de casa 78% dos idosos com demência, contra 55% daqueles sem essa doença. O OR não-ajustado para a associação entre demência e fratura grave foi de 2,0 (IC95%, 1,23-3,25. Após o ajuste por fatores de confusão, houve uma pequena redução dessa associação (OR=1,82, 1,03-3,23. CONCLUSÃO: Idosos com quadro demencial apresentam maior risco de caírem e ser hospitalizados por fratura do que idosos sem demência. Tal fato implica a necessidade de cuidados especiais com esses indivíduos, visando a minimizar o risco desses acidentes.

  16. Trabalho rural e fatores de risco associados ao regime de uso de agrotóxicos em Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Soares Wagner

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi caracterizar o processo do trabalho rural em nove municípios de Minas Gerais, considerando indicadores sócio-demográficos, a estrutura agrária dos estabelecimentos rurais, práticas de trabalho relacionadas ao uso de agrotóxicos e, a intoxicação associada a seu uso. Os dados foram obtidos de uma pesquisa realizada pela Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho, que aplicou um questionário a 1.064 trabalhadores rurais, entre os anos de 1991 a 2000. Por meio de uma regressão logística, foram obtidos os fatores de risco associados à intoxicação por agrotóxicos dos grupos organofosforados e carbamatos. Cerca de 50% dos entrevistados se encontravam ao menos moderadamente intoxicados. Os fatores de risco encontrados foram: ter o último contato a menos de duas semanas com agrotóxicos; não usar proteção; ser orientado pelo vendedor; citar organofosforado ou carbamato como agrotóxico principal e trabalhar nos municípios de Teófoli Otoni, Guidoval ou Piraúba. Os resultados apontam para o alto grau de risco de agravos à saúde a que estão sujeitos trabalhadores rurais em contato com agrotóxicos.

  17. Use of cereal bars with quinoa (Chenopodium quinoa W. to reduce risk factors related to cardiovascular diseases Consumo de barras de cereais com quinoa (Chenopodium quinoa W. para reduzir fatores de risco de doenças cardiovasculares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Maria Vasques Farinazzi-Machado

    2012-06-01

    Full Text Available Quinoa is considered a pseudocereal with proteins of high biological value, carbohydrates of low glycemic index, phytosteroids, and omega-3 and 6 fatty acids that bring benefits to the human health. The purpose of this study was to investigate the effects of quinoa on the biochemical and anthropometric profile and blood pressure in humans, parameters for measuring risk of cardiovascular diseases. Twenty-two 18 to 45-year-old students were treated daily for 30 days with quinoa in the form of a cereal bar. Blood samples were collected before and after 30 days of treatment to determine glycemic and biochemical profile of the group. The results indicated that quinoa had beneficial effects on part of the population studied since the levels of total cholesterol, triglycerides, and LDL-c showed reduction. It can be concluded that the use of quinoa in diet can be considered beneficial in the prevention and treatment of risk factors related to cardiovascular diseases that are among the leading causes of death in today's globalized world. However, further studies are needed to prove the benefits observed.A quinoa é considerada um pseudocereal com proteínas de alto valor biológico, carboidratos de baixo índice glicêmico, fitosteróis e ácidos graxos ômega 3 e 6. O objetivo deste trabalho foi verificar os efeitos da quinoa no perfil bioquímico e antropométrico e pressão arterial em humanos, parâmetros dos fatores de risco para doenças cardiovasculares. Vinte e dois estudantes com 18 a 45 anos de idade foram tratados diariamente, por 30 dias, com quinoa sob a forma de barra de cereal. As amostras de sangue foram coletadas antes e após os 30 dias do tratamento para determinar o perfil glicêmico e bioquímico do grupo. Os resultados mostraram efeitos positivos do uso da quinoa já que se observou redução significativa nos valores de colesterol total, triglicerídeos e LDL-c. Conclui-se que o uso da quinoa na alimentação pode ser considerado

  18. Riscos ocupacionais em UTI: proteção específica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Natividade Abreu da Costa

    1989-12-01

    Full Text Available Aponta os riscos ocupacionais que a equipe multiprofissional se expõe diariamente. Na tentativa de minimizar os riscos existentes são traçadas medidas de proteção especffica que se estendem desde a planta física ao preparo técnico dos funcionários. São utilizadas como variáveis o trinomio ambiente/paciente/equipe de enfermagem, relacionando assim os riscos e a proteção específica.

  19. Avaliação dos riscos de queda de pacientes em uso de medicamentos prescritos em hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Justus Buhrer Ferreira Neto

    2015-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: estratificar medicamentos prescritos em escala de risco de queda, identificando subgrupos de medicamentos e unidades de internação com maior risco de queda. Método: estudo retrospectivo em prescrições de clínica médica, clínica cirúrgica, unidade de terapia intensiva geral. Fatores de risco considerados: 1 hipotensão ortostática; 2 hipotensão arterial; 3 hipertensão arterial; 4 bradicardia; 5 agitação psicomotora; 6 confusão mental; 7 tontura; 8 sonolência/sedação; 9 diminuição da visão; 10 convulsões; 11 atonia/distonia/fraqueza muscular; 12 hipoglicemia; 13 urgência micção e 14 urgência defecação/diarreia. Estabeleceu-se graus de risco: 0: 0 fator; I: 1-2 fatores; II: 3-5 fatores; III: 6-9 fatores e IV: 10-14 fatores. Resultados: foram analisados 3893 medicamentos, estratificados como graus: 0 22,7%; I 33,5%; II 28%; III 15,1%; IV 0,7%. Os graus III e IV referiram-se mais frequentemente a fármacos para distúrbios da acidez gástrica, 22,6%, e psicolépticos, 100%. Conclusão: conhecer fatores de risco associados aos medicamentos pode contribuir para prevenção e diminuição de quedas, sobretudo quando regimes terapêuticos não podem ser modificados.

  20. Insatisfação corporal, prática de dietas e comportamentos de risco para transtornos alimentares em mães residentes em Santos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Baeza Scagliusi

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a insatisfação corporal, a prática de dietas e os comportamentos de risco para transtornos alimentares em uma amostra de mães residentes no município de Santos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal, de base populacional, com 453 mães de filhos com até 10 anos de idade. As mães responderam ao Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26, à Escala de Figuras de Stunkard e a uma questão sobre a prática atual de dietas. RESULTADOS: Das mães, 29,9% apresentaram escore positivo para os comportamentos de risco para transtornos alimentares e 21,8% estavam fazendo dieta para emagrecer no momento da entrevista. No tocante à imagem corporal, 17,5% das mães estavam satisfeitas com o seu tamanho corporal, 71,5% gostariam de diminuir seu tamanho corporal e 11,0% gostariam de aumentá-lo. Os comportamentos de risco para transtornos alimentares foram mais frequentes nas mães insatisfeitas com seus tamanhos corporais (p < 0,0001. CONCLUSÃO: A maioria das mães investigadas estava insatisfeita com os seus tamanhos corporais. A frequência de mães que praticavam dietas ou tinham comportamentos de risco para transtornos alimentares foi similar ou superior aos demais estudos nacionais, conduzidos, em sua maioria, com populações consideradas de risco, como meninas adolescentes e jovens universitárias.

  1. Drogas em áreas de risco: o que dizem os jovens Drugs in risk areas: what young people say

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anacely Guimarães Costa

    2012-06-01

    Full Text Available A pesquisa teve como ponto de partida um planejamento comunitário para discussão da situação de saúde de uma das principais áreas de risco de Fortaleza-Ceará, no qual o tema das drogas ganhou destaque. Pretendeu-se entrar em contato com o que os adolescentes da área percebiam como fatores de risco e de proteção para consumo de drogas em sua comunidade. Trata-se de um estudo qualitativo em que foi usado o grupo focal como técnica para obtenção de informações. O tratamento dos dados foi o de sistematizar temas comuns, dividindo-os em duas categorias de análise: fatores de risco e de proteção para o envolvimento com drogas. Nas falas dos adolescentes, percebeu-se que coexistem múltiplos fatores que se relacionam, ora aparecendo como aspectos de influência, ora como protetores, entre eles: família, grupo social, escola, vida em área de risco e mídia. Por outro lado, as redes sociais de apoio apareceram essencialmente como protetoras. Também percebeu-se que alguns assuntos foram levantados de forma transversal aos temas centrais, como as perspectivas de vida desses jovens e a necessidade de políticas públicas, importantes no apoio às redes sociais, à família e na atuação em áreas de risco. Assim, o que se põe em questão é a impossibilidade de consenso sobre os fatores exclusivos de risco ou de proteção. A partir disso, destaca-se a importância de potencializar a discussão e provocar reflexões a respeito da possibilidade de modos de vida fora do circuito das drogas.The research has as starting point a community planning to discuss the health status of one of the key risk areas of Fortaleza, Ceará state, in which the theme of drugs was highlighted. It was intended to get in touch with what young people perceive as factors of risk and protection for drug abuse in their community. It is a qualitative study in which the focus group was used as technique for obtaining information. Data processing systematized common

  2. Indicadores de risco de morbimortalidade em recém-nascidos de mães que desenvolveram Diabetes mellitus gestacional

    OpenAIRE

    Iris Rolim Silva, Assíria

    2002-01-01

    88 GRÁVIDAS COM DIABETES GESTACIONAL E SEUS RECÉM-NASCIDOS FORAM ESTUDADOS NA MATERNIDADE DO HOSPITAL BARÃO DE LUCENA, QUE É CENTRO DE REFERÊNCIA EM GRAVIDEZ DE ALTO RISCO NO PERÍODO COMPREENDIDO ENTRE JANEIRO DE 1996 A DEZEMBRO DE 1999. O OBJETIVO DO ESTUDADO FOI IDENTIFOCAR QUAIS OS FATORES DE RISCO MATERNOS QUE PODERIAM PREDISPOR AO APARECIMENTO DE MORBIDADES NEONATAIS MAIS COMUNS. AS MORBIDADES NEONATAIS CONSIDERADAS FORAM PREMATURIDADE, MACROSSOMIA, HIPOGLICEMIA, HIPOCALCEMIA, POLICITEMI...

  3. Comportamentos de risco para os transtornos alimentares e traços perfeccionistas em atletas de atletismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    Full Text Available Resumo O objetivo do estudo foi analisar a influência do perfeccionismo nos comportamentos de risco para os transtornos alimentares de atletas adolescentes do sexo feminino da modalidade atletismo. Fizeram parte do estudo 52 atletas da modalidade de atletismo de clubes da cidade de São Paulo/SP com idade entre 12 e 17 anos. Utilizaram-se as subescalas do Eating Attitudes Test (EAT-26 e a Multidimensional Perfectionism Scale (MPS para avaliar os comportamentos de risco para os transtornos alimentares e os traços perfeccionistas, respectivamente. Conduziu-se a regressão linear múltipla stepwise para analisar a influência dos perfeccionismo nos comportamentos de risco para os transtornos alimentares. Os resultados indicaram influência da MPS nos escores das subescalas Dieta (F(1, 44 = 5,74; p = 0,05 e Autocontrole Oral (F(1, 44 = 6,13; p = 0,04 do EAT-26. No entanto, não foi evidenciado impacto da MPS nos escores da subescala Bulimia e Preocupação com 0 Alimenta (F(1, 44 = 1,26; p = 0,22. Assim, em razão da investigação apresentar delineamento transversal, pressupõe-se que as atletas de atletismo com traços perfeccionistas podem estar mais susceptíveis para a restrição alimentar e a influência ambiental para a ingesta alimentar.

  4. Fatores de risco e de proteção em adolescentes vítimas de abuso sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane Lessinger Borges

    2013-09-01

    Full Text Available Este artigo refere-se a uma pesquisa qualitativa que visou identificar os fatores de risco e de proteção em casos de abuso sexual na adolescência. Foram entrevistadas duas meninas adolescentes vítimas de abuso sexual, de um município do Interior do Rio Grande do Sul. Os dados das entrevistas foram analisados por meio da Análise de Conteúdo (Bardin, 1977. Em relação aos resultados, percebe-se uma presença maior de fatores de risco do que de fatores de proteção no momento atual de vida das adolescentes, o que merece uma atenção especial por parte dos serviços que atendem estes casos. Sugerem-se pesquisas referentes aos estudos relacionados à resiliência e aos aspectos positivos da vida do ser humano, em vítimas de abuso sexual, buscando fortalecer os aspectos saudáveis das vítimas e ajudá-las a reconstruir sua vida.

  5. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes? What is adolescents' eating disorder risk behavior?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.OBJECTIVE: To characterize eating disorder (ED risk behavior and its prevalence among adolescents in a review of national and international literature. METHODS: We carried out an integrative review on PubMed (U.S. National Library of Medicine, Lilacs and SciELO, using descriptors related to "eating disorder risk behavior". Articles published in the last 10 years, in Portuguese, Spanish and English, and specifically with adolescents were selected. The nomenclature and instruments used to assess eating disorder risk behaviors and its frequency were evaluated and analyzed in 76 articles. RESULTS: Several terms to assess ED risk behavior were found; questionnaires and scales

  6. Identificação precoce do risco para transtornos da atenção e da leitura em sala de aula

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olga Valéria Andrade

    Full Text Available Testou-se a acurácia de atividades pedagógicas coletivas, baseadas em julgamentos fonológicos por meio do pareamento entre figuras e de figuras com palavras faladas, na identificação de escolares de risco para transtornos da atenção e da leitura em sala de aula. Quarenta e cinco escolares do 2º ano (idade média de 7 anos, 29 do gênero masculino, foram divididos em grupo controle, sem dificuldade de leitura-escrita (n=32, e grupo de risco, com dificuldade de leitura (n=13. O baixo desempenho nessas atividades, definido como os escores acima de 1,65 DP abaixo da média do grupo controle, apresentou boa sensitividade (verdadeiros positivos e especificidade (verdadeiros negativos na identificação precoce dos escolares de risco.

  7. Estilo de vida de adolescentes das escolas públicas de ensino fundamental, em Fortaleza/CE, em relação ao risco de hipertensão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Brasileiro de Vasconcelos

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivo: analisar o estilo de vida dos adolescentes das escolas públicas de ensino fundamental na cidade de Fortaleza/CE, em relação ao risco de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS. Métodos: estudo descritivo, exploratório, transversal e quantitativo, realizado com 120 alunos de seis escolas públicas do ensino fundamental na cidade de Fortaleza/CE. A coleta de dados foi realizada de fevereiro a abril de 2007. Para tanto, foi utilizado um questionário estruturado composto de perguntas e respostas objetivas a respeito da prática de atividade física, das horas de sono, do uso de cigarro, dos hábitos alimentares, dos antecedentes familiares com HAS, de quais fatores que causam a HAS, se fazem uso de bebidas alcoólicas e por fim como se deve prevenir a HAS. Resultados: a amostra do estudo foi composta de 120 alunos de ambos os sexos com média de idade de 13,88 anos ± 1,27 ano. Em relação aos fatores de risco, 37,5% (n=45 dos estudantes realizam atividade física mais de duas vezes por semana; em relação ao hábito de fumar 96,67% (n=116 não fumam; sobre a ingestão de alimentos, 50,8% (n=61 ingerem biscoitos com suco; 94,2% (n=113 não fazem uso de bebidas alcoólicas e foi detectado que 65% (n=78 estão abaixo do peso ideal. Outro fator identificado foi que 32,50% (n=39 da amostra apresentam antecedentes familiares de primeiro e/ou segundo graus com afecções cardiovasculares, prevalecendo a HAS em 30%. Conclusão: verificou-se que os alunos realizam pouca atividade física, alimentam-se de forma inadequada com alimentos ricos em gorduras e carboidratos e apresentam antecedentes familiares com afecções cardiovasculares.

  8. Cystatin C, kidney function, and cardiovascular risk factors in primary hypertension Cistatina C, função renal e fatores de risco cardiovascular na hipertensão primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Victor Salgado

    2013-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To investigate the clinical usefulness of serum cystatin C (Scys and cystatin C-based equations for the screening of chronic kidney disease in primary hypertensive patients, and correlate these markers with risk factors for cardiovascular disease. METHODS: A cross-sectional study was performed in 199 middle-aged adults at a basic health unit. Kidney function assessment included measurements of serum creatinine (Scr and Scys levels, 24-hour microalbuminuria (MA, as well as glomerular filtration rate (GFR through Larsson and Modification of Diet in Renal Disease (MDRD study equations. Bland- Altman plot analysis was used to calculate the agreement between equations. RESULTS: High levels of Scys were found in 22% of the patients, even with normal values of GFR estimated by MDRD study equation. Systolic blood pressure and MA correlated better with Scys than Scr, but there was no correlation between Scys and diastolic blood pressure. Gender, age > 60 years, MA, and uric acid were significantly associated with high Scys levels. After multivariate analysis, only age > 60 yrs (RR = 6.4; p OBJETIVO: Investigar a utilidade clínica da cistatina C sérica (Scys e da equação baseada na cistatina C na triagem da doença renal crônica em pacientes com hipertensão primária e correlacionar esses marcadores com fatores de risco para doença cardiovascular. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com 199 adultos de meia-idade em uma unidade básica de saúde. A avaliação da função renal incluiu medidas dos níveis séricos da creatinina (Scr e Scys, microalbuminúria de 24 h (MA, bem como da taxa de filtração glomerular (TFG por meio das equações de Larsson e do estudo MDRD. Foi utilizada a análise Bland-Altman plot para calcular a concordância entre as equações. RESULTADOS: Foram encontrados níveis elevados de Scys em 22% dos pacientes, mesmo com valores normais da TFG estimada pela equação do estudo MDRD. A pressão sist

  9. Índice de massa corporal e circunferência abdominal: associação com fatores de risco cardiovascular Body mass index and waist circumference: association with cardiovascular risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane Aparecida Canaan Rezende

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a associação entre índice de massa corporal (IMC e circunferência abdominal (CA com fatores de risco para doenças cardiovasculares. MÉTODOS: Estudou-se 231 servidores da Universidade Federal de Viçosa, sendo 54,1% do sexo masculino (21-76 anos. Analisou-se glicemia de jejum, colesterol total e frações, triglicérides, pressão arterial, IMC, CA, relação cintura-quadril e percentual de gordura corporal. Informações sobre tabagismo, ingestão de bebidas alcoólicas e atividade física também foram obtidas. RESULTADOS: As freqüências de sobrepeso/obesidade foram bastante elevadas, principalmente em mulheres. A obesidade abdominal foi observada em 74% das mulheres e 46,1% dos homens. Os homens apresentaram valores médios e medianos de colesterol total, HDL, triglicérides, IMC e percentual de gordura corporal maiores do que as mulheres (pOBJECTIVE: To evaluate the association between cardiovascular risk factors and the anthropometric values - body mass index (BMI and waist circumference (WC. METHODS: It was studied 231 employees of Federal University of Viçosa, Brazil, 54,1% of them were men (21-76 years old. Glycemia, total cholesterol, LDL, HDL, triglycerides, blood pressure, BMI, WC, waist-to-hip ratio and body fatness were measured. It was also investigated smoking, alcohol consumption and physical activity. RESULTS: The prevalence of overweight/obesity in this population was high mainly in women. The abdominal obesity was observed in 74% of the women and 46,1% of the men. The average of BMI, body fatness, total cholesterol, HDL and triglycerides were significantly higher in men than in women. (p < 0,05. The sedentary lifestyle was a risk factor for obesity. Smoking and alcohol consumption were more common among men and normal weight volunteers. Most of the correlations between anthropometric indices and risk factors for cardiovascular diseases were significant, but weak and the WC was the index that had

  10. Avaliação dos riscos de acidentes em atividades de poda de árvores na arborização urbana do distrito federal

    OpenAIRE

    Fiedler,Nilton César; Sone,Eduardo Hideki; Vale,Ailton Teixeira do; Juvêncio,José de Fátima; Minette,Luciano José

    2006-01-01

    Esta pesquisa teve por objetivo avaliar os riscos de acidentes em atividades de poda de árvores na arborização urbana do Distrito Federal. A coleta de dados foi feita com a aplicação de um questionário em forma de entrevista individual. Responderam ao questionário 94% dos funcionários, sendo 92% do total dos operadores de motosserra e 95% do total de auxiliares. Além disso, foi realizada uma avaliação qualitativa do risco de acidentes nas máquinas e equipamentos de poda e nos veículos de tran...

  11. Proposição de um modelo conceitual para mitigação de riscos no planejamento de transportes em cadeias de suprimentos globais

    OpenAIRE

    José Benedito Silva Santos Júnior

    2016-01-01

    Resumo: Cadeias de suprimentos globais requerem uma coordenação precisa dos fluxos de insumos, produtos acabados, informações e recursos financeiros. A natureza dinâmica das relações entre os diversos elos da cadeia de suprimentos evidencia a necessidade de uma abordagem apropriada para a gestão de riscos para todos os processos inerentes ao planejamento das operações em âmbito global, em particular, para as operações de transportes. A gestão de riscos no planejamento de sistemas de transport...

  12. Medidas antropométricas como preditoras de fatores de risco cardiovascular na população urbana do Irã Anthropometric measures as predictors of cardiovascular disease risk factors in the urban population of Iran

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reza Gharakhanlou

    2012-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O sobrepeso e a obesidade são um importante problema de saúde pública na sociedade pela sua associação com diversas doenças crônicas. OBJETIVO: O objetivo deste estudo é determinar a prevalência e a distribuição de sobrepeso e obesidade, usando diferentes medidas antropométricas, e identificar o melhor indicador antropométrico intimamente relacionado aos fatores de risco de Doenças Cardiovasculares (DCV em população iraniana urbana. MÉTODOS: O presente estudo transversal foi realizado com 991 homens e 1.188 mulheres de 15 a 64 anos. Foram medidos Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência Abdominal (CA, Relação Cintura-Quadril (RCQ, Relação Cintura-Altura (RCA e porcentagem de gordura corporal. Foi obtida amostra de sangue em jejum. Foram avaliados os fatores de risco cardiovascular, incluindo glicemia de jejum, triglicerídeos, colesterol total (col-T, colesterol de baixa densidade (LDL-colesterol e colesterol da lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol. RESULTADOS: Em relação ao IMC, 49% dos homens e 53% das mulheres estavam acima do peso ou obesos, e 10,2% dos homens e 18,6% das mulheres encontravam-se obesos. Tanto nos homens quanto nas mulheres, a prevalência de sobrepeso esteve maior entre aqueles com 40-49 anos de idade, e a prevalência de obesidade esteve maior entre aqueles com 50 anos ou mais. Usando a análise de regressão múltipla, IMC, RCA e RCQ explicaram o maior percentual de variação de triglicerídeos, razão entre col-T e HDL-colesterol e LDL-colesterol em homens, respectivamente, ao passo que RCQ explicou o maior percentual de variação de triglicerídeos e CA explicou o maior percentual de variação da razão entre col-T e HDL-colesterol e LDL-colesterol em mulheres. CONCLUSÃO: Nossos dados indicam que RCQ e RCA foram os indicadores antropométricos que melhor previram fatores de risco cardiovascular em homens e RCQ e CA, em mulheres.BACKGROUND: Overweight and obesity

  13. PERCEPÇÕES DE IDOSOS SOBRE FATORES DE RISCO CARDIOVASCULARES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleusa Maria Richter

    2013-01-01

    Full Text Available Estudio exploratorio, cualitativo, cuyo objetivo fue comprender las percepciones de un grupo ancianos acerca de los factores de riesgo cardiovasculares. Participaron 100 ancianos de ambos sexos, de la ciudad de Cruz Alta – RS, Brasil, en 2009. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas semiestructuradas. A partir del análisis temático, se construyeron tres categorías: Desconocimiento de enfermedades (diabetes mellitus e hipertensión como factores de riesgos cardiovasculares; Seguridad en la terapia con medicamentos para reducir al mínimo los factores de riesgo; Costumbres alimentarias y estilos de vida saludables. Basándose en los resultados, se sugiere prioridad al desarrollo de un proceso de educación en salud multidisciplinario dirigido a las especificidades de ancianos con el fin de reducir los factores de riesgo, así como la planificación y calificar la vida de estos ancianos.

  14. IMPLANTAÇÃO DA AUDITORIA BASEADA EM RISCO EM UMA ENTIDADE DO "SISTEMA S": O CASO DO SEBRAE/CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Carvalho de Santana Pinho

    2015-12-01

    Full Text Available Com a crescente complexidade dos negócios, muitas entidades viram a necessidade de um controle maior sobre o risco para que seus objetivos pudessem ser atingidos. O presente trabalho discorre sobre a Auditoria Baseada em Risco (ABR, evidenciando suas principais características. O estudo apresenta-se relevante tanto para o meio empresarial, evidenciando as etapas de implantação dessa metodologia, como para o meio acadêmico, que possui poucos estudos relacionados ao tema, conforme observações empíricas. Assim, coube como pergunta de pesquisa: Quais fatores contribuem para a adequada implantação de uma Auditoria Baseada em Risco? Tem-se como objetivo geral deste estudo, identificar os fatores de sucesso na implantação da Auditoria Baseada em Risco (ABR. Escolheu-se como procedimento de pesquisa o estudo de caso. Os dados foram obtidos por intermédio da documentação oficial de implantação da ABR na entidade a qual descreve todas as etapas de implantação, além de aplicação de entrevista e questionário entre os auditores internos da empresa e gestores das áreas de Licitação, Contabilidade e Jurídico Concluiu-se que a ABR é uma ferramenta importante para empresas que desejam avaliação independente para a Gestão de Riscos, sendo necessário um plano bem estruturado de implantação para êxito desta. Destarte, uma Auditoria Interna Tradicional bem desenvolvida, ou seja, que mantém um controle interno eficaz, se torna uma característica facilitadora para a mudança de escopo, pois para a correta implantação da ABR é necessário um ambiente de gestão robusto e o efetivo envolvimento da equipe de auditoria.

  15. Riscos biomecânicos posturais em trabalhadores de uma serraria Biomechanical risks in sawmill worker postures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Gustavo Soares de Oliveira

    2009-03-01

    Full Text Available Os trabalhadores em serrarias estão sujeitos a riscos biomecânicos advindos das posturas adotadas durante suas atividades laborais. Este trabalho visou avaliar as posturas adotadas por esses trabalhadores por meio do método de avaliação rápida do corpo inteiro (REBA, rapid entire body assessment, buscando detectar e classificar os riscos biomecânicos. Participaram 15 trabalhadores do setor de produção de uma serraria em João Pessoa, PB, do sexo masculino, com idade média de 44±10,9, avaliando-se quatro posturas: flexão anterior do tronco com levantamento de carga, agachamento profundo, flexão ântero-lateral do tronco e corpo estendido para mover uma prensa. Sintomas musculoesqueléticos foram identificados no mapa corporal de Corlett. Um questionário semi-estruturado levantou os dados demográficos, ambientais e as funções executadas. Pelo REBA, a flexão anterior de tronco apresentou nível de risco muito alto e as posturas de agachamento profundo, flexão ântero-lateral do tronco e movimento do corpo em extensão, nível de risco alto. Uma alta proporção (73,3% deles queixaram-se de dor ou desconforto na coluna e 26,8% na região dos ombros. Considerando os níveis de riscos apresentados, requerem-se intervenções ergonômicas preventivas no posto de trabalho para adoção de posturas que melhor propiciem a execução das atividades com menor risco à saúde do trabalhador.Workers in sawmills are exposed to biomechanical risks due to the postures adopted during their activities. The purpose here was to assess postures adopted by these workers by using the rapid entire body assessment (REBA, in order to detect and classify possible biomechanical risks. Fifteen male workers from the production section of a sawmill in João Pessoa, PB (mean age 44±10.9 years old were assessed as to the postures adopted at work. A semi-structured questionnaire collected demographic and environmental data as well as functions in the workplace

  16. Avaliação de risco e plasticidade comportamental limitada em girinos de Rhinella ornata (Anura, Bufonidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renan N. Costa

    2014-06-01

    Full Text Available Os girinos de anuros são elementos importantes das redes tróficas de ambientes aquáticos, sendo recurso alimentar de diversos tipos de predadores. Desta maneira, os girinos apresentam uma grande variedade de mecanismos de defesa que podem ser morfológicos, comportamentais e/ou fisiológicos. A impalatabilidade, produzida pelo acúmulo de substâncias tóxicas na pele, é um mecanismo comum em muitas linhagens de anfíbios. No entanto, alguns predadores não são afetados por estas substâncias tóxicas, o que pode favorecer o desenvolvimento de mecanismos alternativos de defesa contra predação. Neste contexto, nosso objetivo foi avaliar se girinos impalatáveis de Rhinella ornata (Spix, 1824, podem apresentar mecanismos comportamentais de defesa contra predação na presença de predadores que não são afetados pelas substâncias tóxicas em sua pele. Para testar nossa hipótese, utilizamos dois tipos de predadores aquáticos: um heteróptero aquático do gênero Belostoma e uma larva de libélula do gênero Aeshna. Os girinos foram colocados em aquários com pistas visuais e químicas dos predadores (experimento de risco direto, somente pistas químicas (experimento de risco indireto e ausência completa de sinais de predadores (controle. Em ambos os casos, o comportamento de natação foi observado durante 5 minutos. Durante os experimentos não houve alteração no comportamento de natação dos girinos.

  17. Avaliação do risco ambiental utilizando FMEA em um laticínio na região de Lavras – MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Cássia Nogueira

    2010-11-01

    Full Text Available Uma metodologia que vem sendo paulatinamente empregada na avaliação do risco ambiental durante o processo produtivo é o FMEA (do inglês – Failure Mode and Effect Analysis, definida como uma ferramenta que busca em princípio, evitar ou minimizar as chances do produto ou processo falhar, aumentando assim a sua confiabilidade. Considerando que o impacto ambiental gerado por um laticínio apresenta diversos riscos em potencial, este método foi empregado na avaliação do risco ambiental durante o processamento de queijos em um laticínio da região de Lavras – MG. Um levantamento das entradas e saídas de cada operação do processo foi feito e as saídas que apresentaram risco ambiental foram analisadas utilizando-se um formulário para aplicação do método. Ações foram sugeridas de acordo com as mesmas, colaborando para a diminuição da probabilidade do risco ambiental gerado ocorrer à medida que estas ações foram sendo aplicadas, contribuindo para um processo mais sustentável e eficiente.

  18. Estimativa do risco de infecção tuberculosa em populações vacinadas pelo BCG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arantes Gilberto Ribeiro

    1992-01-01

    Full Text Available A revacinação de escolares com BCG, capaz de restaurar a alergia remanescente de vacinação realizada nos primeiros meses de vida, porém incapaz de modificar a alergia devida à infecção pelo M. tuberculosis, possibilitaria a quantificação da parcela dessa população infectada pelo bacilo de Koch. Foi desenvolvida pesquisa com o objetivo de avaliar a aplicabilidade desses pressupostos na estimativa do risco de infecção tuberculosa em áreas sob elevada cobertura com BCG. A população de estudo foi constituída por escolares com 6 a 9 anos de idade freqüentando escolas municipais da zona leste da cidade de São Paulo, durante o primeiro semestre letivo de 1988. De 11.455 vacinados, apenas 7.470 foram submetidos ao teste tuberculínico, revacinados em seguida e retestados dez semanas depois. Destes, 3.314 tinham sido vacinados no primeiro trimestre de vida com meia dose e os demais 4.156 receberam dose plena acima dessa idade (75% no primeiro ano de vida, 20% no segundo e 5% no terceiro. A contagem dos infectados, pelo confronto dos resultados pré e pós vacinais em tabelas de correlação, foi realizada segundo os critérios do método original e modificação introduzida pelos autores, separadamente para os vacinados no primeiro trimestre de vida e após essa idade. O risco de infecção foi, respectivamente, 0,35% e 0,37% com o critério original e 0,45% e 0,49% com o modificado. O referencial médio disponível para a área estudada, estimado por outros métodos, foi 0,55%. As diferenças entre critérios e idades e destes com o referencial não foram significantes (P > 0,05. Os resultados sugerem que o método é aplicável para a estimativa do risco de infecção tuberculosa na idade escolar, em vacinados com BCG no primeiro ano de vida, com dose plena de vacina.

  19. Estimativa do risco de infecção tuberculosa em populações vacinadas pelo BCG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Ribeiro Arantes

    1992-04-01

    Full Text Available A revacinação de escolares com BCG, capaz de restaurar a alergia remanescente de vacinação realizada nos primeiros meses de vida, porém incapaz de modificar a alergia devida à infecção pelo M. tuberculosis, possibilitaria a quantificação da parcela dessa população infectada pelo bacilo de Koch. Foi desenvolvida pesquisa com o objetivo de avaliar a aplicabilidade desses pressupostos na estimativa do risco de infecção tuberculosa em áreas sob elevada cobertura com BCG. A população de estudo foi constituída por escolares com 6 a 9 anos de idade freqüentando escolas municipais da zona leste da cidade de São Paulo, durante o primeiro semestre letivo de 1988. De 11.455 vacinados, apenas 7.470 foram submetidos ao teste tuberculínico, revacinados em seguida e retestados dez semanas depois. Destes, 3.314 tinham sido vacinados no primeiro trimestre de vida com meia dose e os demais 4.156 receberam dose plena acima dessa idade (75% no primeiro ano de vida, 20% no segundo e 5% no terceiro. A contagem dos infectados, pelo confronto dos resultados pré e pós vacinais em tabelas de correlação, foi realizada segundo os critérios do método original e modificação introduzida pelos autores, separadamente para os vacinados no primeiro trimestre de vida e após essa idade. O risco de infecção foi, respectivamente, 0,35% e 0,37% com o critério original e 0,45% e 0,49% com o modificado. O referencial médio disponível para a área estudada, estimado por outros métodos, foi 0,55%. As diferenças entre critérios e idades e destes com o referencial não foram significantes (P > 0,05. Os resultados sugerem que o método é aplicável para a estimativa do risco de infecção tuberculosa na idade escolar, em vacinados com BCG no primeiro ano de vida, com dose plena de vacina.

  20. Crianças e adolescentes com história familiar de hipertensão arterial: indicadores de risco cardiovasculares Niños y adolescentes con historia familiar de hipertensión arterial: indicadores de riesgo cardiovasculares Children and adolescents with familiar history of high blood pressure: risk factors for cardiovascular diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emília Soares Chaves

    2009-12-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar emum grupo de crianças e adolescentes com história familiar de hipertensão arterial a presença de indicadores do risco para hipertensão arterial. Métodos: Estudo desenvolvido com 141 indivíduos de seis a 18 anos em uma comunidade de Fortaleza com coleta de dados realizada no domicílio. Resultados: Os indicadores de risco mais presentes foram a ingesta de sal, sedentarismo e ingesta inadequada de legumes. As médias de pressão arterial foram maiores nos indivíduos do sexo masculino. Aqueles que referiram fazer uso de sal na alimentação e não consumir diariamente frutas e legumes apresentaram menores médias. Conclusão: Considera-se a necessidade da identificação precoce de indicadores de risco para hipertensão arterial a fim de prevenir eventos cardiovasculares.Objetivo: Identificar en un grupo de niños y adolescentes con historia familiar de hipertensión arterial, la presencia de indicadores de riesgo para hipertensión arterial. Métodos: estudio desarrollado con 141 individuos de seis a 18 años en una comunidad de la ciudad de Fortaleza con recolección de datos realizada en el domicilio. Resultados: los indicadores de riesgo que aparecieron con más frecuencia fueron la ingestión de sal, sedentarismo y escasa ingestión de legumbres. Los promedios de presión arterial fueron mayores en los individuos del sexo masculino. Aquellos que refirieron hacer uso de sal en la alimentación y no consumir diariamente frutas y legumbres presentaron menores promedios. Conclusión: se considera la necesidad de identificar precozmente los indicadores de riesgo para hipertensión arterial a fin de prevenir eventos cardiovasculares.Objective: To identify the risk factor for cardiovascular diseases among children and adolescents with family history of high blood pressure. Methods: Descriptive Study with 141 individuals aged 6 to 18 years from a community in Fortaleza, Brazil. Data were collected at the participants

  1. Avaliação do risco de quedas em idosos atendidos em Unidade Básica de Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatyana Ataíde Melo de Pinho

    2012-04-01

    Full Text Available A população mundial vem envelhecendo de forma abrupta, o que representa um grande desafio para os órgãos competentes que, por sua vez, necessitam de novas políticas públicas de saúde, inclusive na prevenção de quedas. Este estudo objetivou avaliar o risco de quedas em idosos. Trata-se de um estudo epidemiológico de corte transversal com abordagem quantitativa, realizado em uma unidade de saúde da família. A amostra foi composta por 150 idosos avaliados de janeiro a abril de 2009. Para a coleta de dados, utilizou-se o Fall Risk Score, que foi analisado através do SPSS 17.0. Dos idosos avaliados 58,8% não sofreram quedas, sendo que, dos idosos que caíram (63 idosos, 71,4% sofreram de 1 a 2 quedas, citando como principal causa intrínseca a tontura/vertigem, enquanto que a extrínseca foi pisos escorregadios ou molhados. Conclui-se, portanto, que é de grande relevância avaliar o risco de quedas em idosos, para que se medidas preventivas sejam tomadas, com o objetivo de maximizar a qualidade de vida.

  2. Riscos de cont?gio em tuberculose entre funcion?rios em um hospital universit?rio no munic?pio de Niter?i - Rio de Janeiro

    OpenAIRE

    Couto, Ingrid Ramos Reis

    2012-01-01

    Problema: O aparecimento de casos de adoecimentos por tuberculose entre os funcion?rios do HUAP. Objetivos: Analisar os fatores de risco para tuberculose e o perfil epidemiol?gico dos funcion?rios do HUAP/UFF com resultado da prova tubercul?nica ? 10 mm no per?odo de 2007 a junho de 2011; - Investigar os casos de adoecimento por tuberculose em funcion?rios do HUAP/UFF no per?odo de janeiro de 2004 a julho de 2011; - Identificar a poss?vel associa??o entre o perfil epidemiol?gico dos funcion?r...

  3. Sobre palavras que vendem coisas: o glossário do risco em anúncios de revistas On words that sell things: risk glossaries in media advertisements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Jane P. Spink

    2007-04-01

    Full Text Available Este artigo visa entender como a linguagem dos riscos, nas suas diferentes tradições (risco-perigo, risco-probabilidade e risco-aventura, é utilizada para vender produtos em anúncios veiculados em revistas vendidas em bancas. Com esse objetivo, tomamos os anúncios como gêneros de discurso que fazem circular materialidades (artefatos cotidianos passíveis de comercialização (na forma de bens simbólicos e que são necessariamente endereçados a públicos específicos. Foi definida uma amostra de 101 revistas com base nas categorias utilizadas pelo Anuário de Mídia - Revistas. A análise levou em consideração as palavras empregadas nos anúncios, a categoria de produtos e a temática da revista. Conclui-se que, embora os riscos vendam produtos, trata-se mais do controle de riscos potenciais do que de apologia do risco. Mesmo quando os produtos são associados ao risco-aventura, vendem-se, de fato, emoções associadas à experiência do risco que são sustentadas por uma diversidade de estratégias de segurança.The aim of this research was to understand how the discursive traditions (risk as danger; risk as probability and risk as adventure of the language of risk are used in magazine advertisements. Advertisements were defined as genres of discourse that put into circulation materiality (quotidian artifacts that can be commercialized (as symbolic goods and are necessarily addressed to a specific public. A sample of 101 magazines was defined using the categories of the Anuário de Mídia - Revistas. The analysis took into account the words used in the advertisements, the category of goods been advertised and the type of magazine in which they appeared. Although risk does sell products, the focus tends to be on risk control rather than on an apology of risk. Even when products are associated to risk as adventure, what is being sold is the sensation of risk counterbalanced by a diversity of safety strategies.

  4. Suicide risk among inpatients at a university general hospital Risco de suicídio em pacientes internados em um hospital geral universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianne Herrera Falceti Ferreira

    2007-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To estimate the proportion of inpatients at a university general hospital who are at risk of committing suicide. METHOD: A random sample of 253 patients (57% males aged 18 years old or older, admitted to surgical and clinical wards, was assessed using the the Mini International Neuropsychiatric Interview, which has a section that evaluates the risk for suicide. Uni- and multivariate analyses were performed. RESULTS: There were 58 (23% patients with a risk for suicide, 13 (5% of total of whom presented a high risk. The prevalence of suicide risk was greater in young adult patients, those with no matrimonial relationship and those diagnosed with major depression (univariate analysis, Chi-squared test; p = 0.01, 0.03 and 0.0001, respectively. The multivariate analysis revealed that the risk for suicide in individuals younger than 30 years old was two fold higher than in those individuals between the ages of 30 and 59 years (OR = 0.45, 95% CI = 0.22-0.93; p = 0.03 and four fold greater than in those who were 60 years old or older (OR = 0.25, 95% CI = 0.1-0.64; p = 0.004. CONCLUSION: When young adults are admitted to general hospitals they should receive special attention due to their suicidal potential.OBJETIVO: Estimar a proporção de pacientes internados em um hospital geral universitário que têm risco de suicídio. MÉTODO: Uma amostra aleatória de 253 pacientes (57% do sexo masculino com 18 anos ou mais, internados em enfermarias clínicas e cirúrgicas, foi avaliada por meio do Mini International Neuropsychiatric Interview, o qual possui uma seção que avalia risco de suicídio. Foram realizadas analises uni e multivariadas. RESULTADOS: Cinqüenta e oito (23% pacientes tinham risco de suicídio, 13 dos quais (5% do total risco elevado. A prevalência de risco de suicídio foi maior em adultos jovens, nos que não tinham vínculo matrimonial e nos que tiveram um diagnóstico de depressão maior (análise univariada, teste do Qui

  5. Risco nutricional em pacientes adultos e idosos de um hospital do sul do Brasil = Nutritional risk in elderly and adult patients of a hospital in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabbardo, Renata Araujo Rodrigues

    2014-01-01

    Conclusões: Observou-se elevada proporção de pacientes em risco nutricional, sendo a redução na ingestão alimentar na última semana a variável que mais contribuiu para dar sequência à segunda etapa do processo de triagem nutricional

  6. Fatores de risco para complicações perioperatórias em cirurgias endoscópicas com irrigação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Manoel Silva Jr

    2013-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A medicina endoscópica está cada vez mais sendo usada atualmente, porém não é isenta de riscos. Portanto, este estudo avaliou os fatores associados com complicações perioperatórias em cirurgias endoscópicas com irrigação intraoperatória. MÉTODO: Estudo de coorte durante seis meses. Foram incluídos pacientes com > 18 anos, submetidos a cirurgias endoscópicas que usariam fluidos de irrigação no intraoperatório. Pacientes em uso de diuréticos, com insuficiência renal, distúrbios cognitivos, hiponatremia prévia a cirurgia, gestantes e moribundos foram excluídos. Foram alocados em dois grupos os pacientes que apresentaram complicações ou não no período perioperatório. As complicações avaliadas estavam relacionadas a alterações neurológicas, cardiovasculares, renais e sangramentos no perioperatório. RESULTADOS: Foram incluídos 181 pacientes e 39 excluídos, portanto 142 preencheram os critérios. Apresentaram complicações 21,8% dos pacientes, com maior ocorrência em cirurgias endoscópicas de próstata, seguidas de histeroscopias, bexiga, artroscopia de joelho e ombro, respectivamente 58,1%, 36,9%, 19,4%, 3,8% e 3,2%. Comparando os grupos, apresentaram associação com complicações na análise univariada; idade, sexo, tabagismo, cardiopatia, ASA, sódio sérico no fim da cirurgia, total de fluido de irrigação administrado, ressecção transuretral de próstata, histeroscopia. Entretanto, apenas idade (OR = 1,048, sódio sérico (OR = 0,962 e volume de fluido de irrigação administrado no intraoperatório (OR = 1,001 foram variáveis independentes para complicações na regressão múltipla. CONCLUSÃO: Graves complicações em cirurgias endoscópicas têm grande ocorrência. O sódio sérico no fim da operação, a quantidade de fluido de irrigação e a idade foram fortes fatores independentes associados ao problema. Dessa forma, tais fatores devem ser levados em considera

  7. Índice glicêmico: uma abordagem crítica acerca de sua utilização na prevenção e no tratamento de fatores de risco cardiovasculares Glycemic index: a critical analysis of its use as a tool to prevent and treat cardiovascular risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Queiroz Carvalho

    2008-10-01

    Full Text Available As doenças cardiovasculares são consideradas um grande problema de saúde pública, uma vez que são a principal causa de morte no Brasil e no mundo. Essas doenças possuem etiologia multifatorial. Além da susceptibilidade genética, outros fatores, tais como idade e presença de hipertensão arterial, dislipidemias, obesidade, diabetes mellitus, inatividade física e alguns hábitos alimentares inadequados, são considerados importantes fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O elevado consumo de carboidratos tem sido associado ao aumento da obesidade, às dislipidemias, à intolerância à glicose/diabetes mellitus e à resistência insulínica, estando, dessa forma, entre os fatores de risco das doenças cardiovasculares. Entretanto, existem controvérsias acerca da influência da qualidade do carboidrato ingerido no desenvolvimento de tais doenças, independentemente da quantidade ingerida. O índice glicêmico é um indicador da qualidade do carboidrato ingerido. Sua utilidade em condições de vida livre tem sido questionada, devido à interferência de vários fatores, os quais são difíceis de serem controlados sob tais condições. Este trabalho objetivou analisar criticamente os estudos que avaliaram o efeito do índice glicêmico dos alimentos na manifestação de doenças cardiovasculares e seus fatores de risco.Cardiovascular diseases are considered a great public health problem since they are the main cause of death in Brazil and in the world. These diseases have a multifactorial etiology. Besides genetic susceptibility, other factors such as age, hypertension, dyslipidemia, obesity, diabetes mellitus, physical inactivity and some inadequate dietary habits are considered important risk factors for the development of cardiovascular diseases. However, there are several controversies concerning how the quality of the ingested carbohydrate influences the development of such diseases, regardless of

  8. Estudo transversal sobre o uso de risco de álcool em uma amostra de estudantes de uma universidade federal brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érika Correia Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo Avaliar o padrão de consumo de álcool entre estudantes de uma universidade federal brasileira que faz parte do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI e identificar os grupos mais expostos a problemas relacionados ao uso de álcool e fatores associados. Métodos Caracteriza-se como um estudo descritivo, quantitativo e de delineamento transversal no qual se aplicou um questionário de caracterização sociodemográfica e o The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT em 787 estudantes universitários de uma universidade federal brasileira. Resultados Entre os estudantes, 82,9% se enquadraram no grupo que faz consumo de baixo risco e 17,1%, no grupo que faz um consumo de risco. A análise de correspondência detectou que os estudantes do gênero masculino, os que não possuíam religião, que praticavam atividade física esporadicamente e que residiam em repúblicas se caracterizaram como pertencentes ao grupo de risco em relação ao consumo de álcool. Conclusões Os resultados indicam predominância de consumo de álcool de baixo risco entre os estudantes e sugerem uma relação entre consumo de álcool de maior risco e gênero masculino, não possuir religião, praticar atividade física esporadicamente e residir em repúblicas. Essas informações devem ser consideradas em programas preventivos no ambiente universitário.

  9. Fatores associados ao risco para doenças não transmissíveis em adultos brasileiros: estudo transversal de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Casado Costa

    2012-06-01

    Full Text Available No Brasil, devido às mudanças nos perfis demográfico, epidemiológico e nutricional da população, as doenças infecciosas vêm cedendo lugar às crônicodegenerativas. Em face da grande heterogeneidade demográfica, social e econômica do país, são exigidas ações de saúde pública que sejam direcionadas às realidades locais. Com o objetivo de identificar os fatores associados ao risco para doenças não transmissíveis em adultos brasileiros, foi realizado um inquérito domiciliar, entre junho de 2002 e outubro de 2005, em amostra representativa de 18 capitais brasileiras. As prevalências dos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis foram: excesso de peso; atividade física irregular ou sedentarismo;consumo de cigarros; consumo de álcool de risco; hipertensão arterial referida; diabetes referida; e hipercolesterolemia referida. A ausência de fatores de risco foi observada em apenas 8,5% da população entrevistada. Conclui-se que a alta prevalência de exposição a pelo menos um dos fatores de risco estudados evidencia que as ações em saúde devem ser multifatoriais e não dirigidas somente a um fator isolado.

  10. Modelos para gestão de riscos em cadeias de suprimentos: revisão, análise e diretrizes para futuras pesquisas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Nogueira Tomas

    2013-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é apresentar uma revisão bibliográfica, que possa ser considerada completa e inédita na literatura científica nacional, tendo como foco modelos para gestão de riscos em cadeias de suprimentos. Para tanto, foram revisados 103 artigos científicos publicados entre 2000 e 2012. Inicialmente, buscou-se categorizar os tipos de riscos abordados nos artigos científicos segundo a descrição proposta por Christopher e Peck (2004, a saber: internos à empresa focal (operações, processo e controle; externos para a empresa focal, mas internos para a cadeia (fornecimento e demanda; e externos à cadeia (macroambiente. Buscou-se, também, identificar as etapas elementares na composição de um modelo para gestão de riscos em cadeias de suprimentos. Uma vez categorizados os tipos de riscos e identificadas as quatro etapas elementares, efetuou-se uma análise a partir de três perspectivas: i as opções de modelos disponíveis na literatura para a prática de tal gestão, considerando-se os tipos de riscos e etapas que os compõem; ii um modelo final a ser proposto; e iii elementos que podem ser acrescentados ao modelo final. As principais contribuições deste trabalho dizem respeito a possibilitar melhor entendimento dos tipos de riscos que podem incidir sobre uma cadeia de suprimentos, discutir os modelos mais adequados para geri-los, além de oferecer diretrizes para futuras pesquisas na temática em questão.

  11. Impacto da proteína-C reativa no risco cardiovascular de adolescentes Impacto de la Proteína-C reactiva en el riesgo cardiovascular de adolescentes Impact of C-reactive protein on cardiovascular risk in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isis Tande da Silva

    2010-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Vários estudos sugerem que a proteína-C reativa (PCR se correlaciona com doença arterial coronariana em adultos. Entretanto, essa associação ainda é pouco explorada em adolescentes. OBJETIVO: Avaliar a associação entre a PCR e os fatores de risco cardiovascular em adolescentes obesos. MÉTODOS: Oitenta e quatro adolescentes (12,6 ± 1,3 anos, ambos os sexos, foram distribuídos nos grupos Eutrófico (n = 28, Sobrepeso (n = 28 e Obeso (n = 28, segundo o índice de massa corpórea (IMC. A concentração de PCR (ELISA ultrassensível, o perfil lipídico e o conteúdo de anticorpos anti-LDLox (ELISA foram determinados após jejum de 12h. RESULTADOS: Os grupos foram semelhantes quanto a idade (p = 0,13 e sexo (p = 0,83. Colesterol total, HDL-C, CT/HDL-C e LDL-C/HDL-C apresentaram diferenças significativas entre os grupos Eutrófico e Obeso. Não houve variação significativa no conteúdo de anticorpos anti-LDLox. Os valores de PCR foram diferentes entre os três grupos (p FUNDAMENTO: Diversos estudios sugieren que la proteína-C reactiva (PCR se correlaciona con la enfermedad arterial coronaria en adultos. Sin embargo, esta asociación es todavía poco explorada en adolescentes. OBJETIVO: Evaluar la asociación entre la PCR y los factores de riesgo cardiovascular en adolescentes obesos. MÉTODOS: Ochenta y cuatro adolescentes (12,6 ± 1,3 años, de ambos sexos, se distribuyeron en los grupos Eutrófico (n=28, Sobrepeso (n=28 y Obeso (n=28, según el IMC. La concentración de PCR (ELISA ultrasensible, el perfil lipídico y el contenido de anticuerpos anti-LDLox (ELISA fueron determinados tras ayuno de 12h. RESULTADOS: Los grupos se hallaron semejantes en cuanto a la edad (p=0,13 y sexo (p=0,83. Colesterol total, HDL-C, CT/HDL-C y LDL-C/HDL-C expresaron diferencias significativas entre los grupos Eutrófico y Obeso. No hubo variación significativa en el contenido de anticuerpos anti-LDLox. Los valores de PCR fueron diferentes

  12. O desenvolvimento da sexualidade de crianças em situação de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Murakami Yano

    2011-12-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo retratar e analisar o desenvolvimento da sexualidade de crianças em situação de risco. Quarenta e duas crianças, de 6 a 12 anos, foram entrevistadas aos pares, utilizando-se técnicas facilitadoras de comunicação. Empregou-se o método qualitativo descritivo-exploratório, segundo Análise de Conteúdo Temática. A falta de orientação e de informação, as referências e fontes inadequadas de conhecimento e a violação de seus direitos caracterizaram o percurso da sexualidade dessas crianças. Fora dos contos de fadas, elas descobriram a dicotomia entre amor e sexo, sendo este associado a eventos violentos.

  13. Estudo de sintomas musculoesqueléticos, fatores de risco e exposição física em trabalhadores de escritório

    OpenAIRE

    Dechristian França Barbieri

    2013-01-01

    A alta incidência de distúrbios musculoesqueléticos em trabalhadores que utilizam o computador pode estar associada a diferentes fatores de risco como psicossociais, organizacionais e ergonômicos. Dentre os fatores de risco psicossociais, estão a satisfação do trabalhador com o trabalho, a intensidade e carga de trabalho e a relação entre demanda e controle que o trabalhador apresenta sobre seu trabalho. Embora esses fatores não sejam preponderantes no desenvolvimento das lesões musculoesquel...

  14. Validação prospectiva do escore de risco dante pazzanese em síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em Síndrome Coronariana Aguda (SCA sem Supradesnivelamento do segmento ST (SST é importante estimar a probabilidade de eventos adversos. Para esse fim, as diretrizes recomendam modelos de estratificação de risco. O escore de risco Dante Pazzanese (escore DANTE é um modelo simples de estratificação de risco, composto das variáveis: aumento da idade (0 a 9 pontos; antecedente de diabete melito (2 pontos ou acidente vascular encefálico (4 pontos; não uso de inibidor da enzima conversora da angiotensina (1 ponto; elevação da creatinina (0 a 10 pontos; combinação de elevação da troponina e depressão do segmento ST (0 a 4 pontos. OBJETIVO: Validar o escore DANTE em pacientes com SCA sem SST. MÉTODOS: Estudo prospectivo, observacional, com inclusão de 457 pacientes, de setembro de 2009 a outubro de 2010. Os pacientes foram agrupados em: muito baixo, baixo, intermediário e alto risco de acordo com a pontuação do modelo original. A habilidade preditiva do escore foi avaliada pela estatística-C. RESULTADOS: Foram 291 (63,7% homens e a média da idade 62,1 anos (11,04. Dezessete pacientes (3,7% apresentaram o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. Ocorreu aumento progressivo na proporção do evento, com aumento da pontuação: muito baixo risco = 0,0%; baixo risco = 3,9%; risco intermediário = 10,9%; alto risco = 60,0%; p < 0,0001. A estatística-C foi de 0,87 (IC 95% 0,81-0,94; p < 0,0001. CONCLUSÃO: O escore DANTE apresentou excelente habilidade preditiva para ocorrência dos eventos específicos e pode ser incorporado na avaliação prognóstica de pacientes com SCA sem SST.

  15. Gratidão em Contextos de Risco: Uma Relação Possível?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone dos Santos Paludo

    2015-09-01

    Full Text Available O presente artigo pretende apresentar e discutir as contribuições teóricas e empíricas sobre a gratidão, bem como a possível relação existente entre gratidão e contexto de risco. Historicamente, a ciência psicológica preocupou-se em investigar patologias, negligenciado os aspectos saudáveis dos seres humanos. No entanto, tal paradigma tem sido questionado pelo movimento da Psicologia Positiva que propõe um olhar para as potencialidades e virtudes humanas. A gratidão está inserida no rol de relevantes aspectos saudáveis e positivos do desenvolvimento humano. Embora crescente o interesse pelo estudo dessa emoção, ainda, são escassas as publicações acadêmicas sobre a temática. Existe uma ampla discussão sobre o conceito de gratidão como emoção, virtude moral, recurso das forças pessoais, afeto moral e característica afetiva. Embora as divergências sejam evidentes é possível identificar um consenso sobre os benefícios propostos por essa experiência, especialmente nos contextos de risco. No entanto, é necessário questionar como a gratidão pode emergir e ser cultivada em situações de total adversidade. 

  16. Estudo dos fatores de risco nutricionais, clínicos, bioquímicos e comportamentais para as doenças cardiovasculares na população do ensino fundamental de Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil,2006

    OpenAIRE

    Cândido, Ana Paula Carlos

    2009-01-01

    As doenças cardiovasculares (DCV) representam a principal causa de morbidade e mortalidade. Os fatores de risco cardiovasculares, tais como, hipertensão arterial, a obesidade, a dislipidemia, o sedentarismo e o diabetes mellitus iniciam-se já na infância. O objetivo principal do projeto foi identificar precocemente os riscos cardiovasculares na população estudada e estabelecer pontos de corte de medidas antropométricas que auxiliem a triagem nutricional. Estudo epidemiológico transversal de b...

  17. Fatores de risco para a coluna: avaliação em consulta de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Edla de Oliveira Bringuente

    1997-09-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como propósito estudar os fatores de risco que afetam a pessoa com dor na couna, identificando-os e implementando uma proposta de intervenção, composta de um programa de educação à saúde, fundamentado no ensino do autocuidado, pressupostos filosóficos humanista-existenciais e abordagens equalizadoras do estresse, dentre elas, atividades reintegradoras músculo-esqueléticas, técnicas básicas de equalízação do estresse e massagens. Foi desenvolvido junto a uma população de 42 clientes, tendo sido utilizados na coleta de dados dois instrumentos que integraram o protocolo de consultas de enfermagem. Os resultados demonstraram a existência de fatores de risco associados e modificáveis mediante programas de educação à saúde. O processo avaliativo contribuiu para que se tivesse uma visão das medidas terapêuticas, utilizando nessa abordagem cuidados não convencionais, contribuindo, outrossim, na melhoria da qualidade de vida desses clientes.

  18. Riscos de problemas relacionados com medicamentos em pacientes de uma instituição geriátrica Drug-related problems risks in patients of a geriatric institution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassyano Januário Correr

    2007-03-01

    Full Text Available Em pacientes geriátricos, o uso de medicamentos leva com freqüência ao surgimento de Problemas Relacionados com Medicamentos (PRM e exige estrat��gias de prevenção da morbi-mortalidade relacionada a esses produtos. Este estudo observacional teve por objetivo avaliar prescrições e a presença de riscos de PRM em uma instituição geriátrica. Dois farmacêuticos avaliaram esquemas farmacoterapêuticos de 76 pacientes com relação a duplicidades terapêuticas, desvios de dose, medicações inadequadas e interações medicamentosas potenciais. Os pacientes utilizavam em média 3 medicamentos, principalmente do aparelho cardiovascular (36,4% e sistema nervoso central (47,8%. 13,5% dos medicamentos utilizados (n=230 foram considerados inadequados com riscos de PRM ligados principalmente à segurança da terapia. Foram identificadas 69 interações medicamentosas em 38 pacientes (51,3%, com manifestações ligadas principalmente à efetividade da terapêutica. Os resultados reforçam a importância da avaliação do processo de uso de medicamentos. Os dados apontam, ainda, a necessidade de aprofundamento de estudos de avaliação de riscos de PRM nessa população.In geriatric patients, the use of medication frequently leads to the development of drug-related problems (DRP and demands prevention strategies about morbidity and mortality related to medication. This observational study aims to evaluate the medical prescriptions and the presence of DRP risks in a geriatric institution. Two clinical pharmacists had evaluated medication regimen of 76 internal patients observing therapeutical duplicities, dose-related problems, inadequate medication and potential drug interactions. To the patients, were administrated in average 3 medications, mainly to cardiovascular system (36.4% and central nervous system (47.8%. 13.5% of the used drugs (n=230 were considered inadequate with risks of DRP, mainly related to therapy safety. 69 drug interactions

  19. Estudo exploratório do uso de plantas medicinais para o controle de fatores de risco cardiometabólico em mulheres pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Tassotti Gelatti

    2016-08-01

    Full Text Available Este estudo buscou identificar o uso de plantas medicinais para o controle de fatores de risco cardiometabólico, em mulheres pós-menopausa. Trata-se de um estudo transversal, analítico e exploratório e subprojeto de uma pesquisa institucional “Estudo multidimensional de mulheres pós-menopausa do município de Catuípe/RS”. As informações relativas ao uso de plantas foram obtidas em entrevista estruturada e os dados relativos ao índice de massa corporal, circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico e glicêmico do banco de dados da referida pesquisa. Foram selecionadas 51 mulheres, 37,2% relataram usar plantas para problemas cardiometabólicos e apresentavam elevado risco cardiovascular. Foram citadas 18 espécies de plantas, três usadas para diabetes mellitus, sendo a Sphagneticola trilobata a mais citada, uma para hipertrigliceridemia, cinco para hipercolesterolemia, entre as quais a Myristica fragrans foi a mais mencionada, uma para hipertensão e três para redução de peso, destacando- se a Camellia sinensis. Para seis das espécies estudadas foi atribuída ação diurética e uma delas tem indicação para problemas cardíacos. Dentre as citadas, seis encontram- se na RDC 10/2010 e três no Formulário de Fitoterápicos da Farmacopéia Brasileira, contudo, apenas a indicação de uma planta confere com o relato das entrevistadas, por outro lado foram encontrados estudos que relacionaram estas plantas com efeitos cardioprotetores. Considerando a importância do manejo adequado destas doenças, torna- se necessário averiguar se as plantas estão sendo utilizadas para a indicação correta. Sugere-se também a implantação de ações educativas visando qualificar o uso de plantas para diminuir o risco cardiometabólico, utilizando as Políticas do SUS como instrumento de trabalho.Palavras-chave: Risco cardiovascular. Climatério. Terapias complementares. Plantas medicinais. ABSTRACTExploratory study of the

  20. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.

  1. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Malcon Maura C

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.

  2. A inclusão do escore de risco na tomada de decisão em cardiopatia valvar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Casalino

    2012-06-01

    Full Text Available Fatos clínicos e dados numéricos sustentam interpretações sobre qualidade de vida e sobrevida no portador de cardiopatia valvar. Tais dados são úteis na tomada de decisão sobre interrupção da história natural e substituição por uma história pós-correção hemodinâmica. Competência e expertise interdisciplinar são exigidas para maximizar o resultado necessário e possível. Contudo, o ideal das recomendações para a obtenção do mais alto grau de satisfação terapêutica pelo portador de cardiopatia valvar sofre a influência de um conjunto de variáveis, parte ligadas a especificações do paciente, parte decorrentes de limitações dos métodos. O racional do escore de risco validado para marcadores múltiplos é o acréscimo de acurácia quantitativa à avaliação clínica prognóstica baseada na heterogeneidade da experiência individual e na intuição. Nesse contexto, o uso dos escores de riscos com função de predizer mortalidade pós-operatória são ferramentas úteis, de fácil aplicabilidade e que nos oferece dados objetivos sobre a situação do paciente. Das ferramentas disponíveis (EuroSCORE, STS score e Ambler Score e utilizadas de forma assistencial, nenhuma apresenta validação em nossa população.

  3. Os testes de equilíbrio Alcance Funcional e “Timed Up and Go” e o risco de quedas em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Paula Silva Campos

    2014-03-01

    Full Text Available O risco de quedas aumenta com o envelhecimento, tornando-se problema de saúde pública. O estudo atual teve como objetivo identificar os fatores de risco de quedas em indivíduos idosos e analisar se os testes de equilíbrio, Teste de Alcance Funcional (TAF e “Timed Up and Go” (TUG, identificam aqueles com maior susceptibilidade a cair. Realizou-se estudo prospectivo, transversal e observacional, com 155 idosos (≥60 anos, sendo 131 mulheres e 24 homens, atendidos em hospital público de Brasília (DF. Estes idosos foram divididos em dois grupos: grupo 1, com os que referiram queda nos últimos 12 meses; e grupo 2, com aqueles que negaram queda no mesmo período. Foram aplicados, além de um questionário para identificar os fatores de risco de quedas, dois testes para avaliar o equilíbrio (TAF e TUG. A idade média dos idosos estudados foi de 70,65 ± 7,52 anos, sendo que 38,7% deles relataram queda nos últimos 12 meses. A incidência de quedas foi significativamente maior no sexo feminino, nos que relataram medo de queda e nos que usavam polifarmácia. Na análise multivariada, a polifarmácia foi o único fator de risco independente associado ao evento quedas. Os testes de equilíbrio TAF e TUG não se correlacionaram significativamente com a ocorrência de quedas. Concluiu-se que a polifarmácia foi o único fator de risco independente associado a quedas, e que os testes de equilíbrio TAF e TUG não identificaram os idosos com maior susceptibilidade a cair.

  4. Reprodutibilidade de informações em estudo de fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gimeno Suely Godoy Agostinho

    1997-01-01

    Full Text Available Examina-se, em uma subamostra de 38 casos e 38 controles de um estudo sobre os fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente, a reprodutibilidade de informações obtidas para as variáveis escolaridade da mãe e do pai, peso e comprimento da criança ao nascer, história de episódios graves de diarréia, tempo de aleitamento ao seio e idade da introdução de leite de vaca na alimentação infantil, selecionadas a partir do questionário padronizado utilizado em visita domiciliar. A repetição das perguntas foi feita por telefone. A concordância entre as respostas da primeira e segunda entrevista foi verificada mediante a utilização da estatística kappa (variáveis categóricas e do coeficiente de correlação intraclasse (variáveis quantitativas, para casos e controles separadamente. Os resultados levam a aceitar as informações como reprodutíveis.

  5. Reprodutibilidade de informações em estudo de fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suely Godoy Agostinho Gimeno

    1997-10-01

    Full Text Available Examina-se, em uma subamostra de 38 casos e 38 controles de um estudo sobre os fatores de risco para o diabetes mellitus insulino-dependente, a reprodutibilidade de informações obtidas para as variáveis escolaridade da mãe e do pai, peso e comprimento da criança ao nascer, história de episódios graves de diarréia, tempo de aleitamento ao seio e idade da introdução de leite de vaca na alimentação infantil, selecionadas a partir do questionário padronizado utilizado em visita domiciliar. A repetição das perguntas foi feita por telefone. A concordância entre as respostas da primeira e segunda entrevista foi verificada mediante a utilização da estatística kappa (variáveis categóricas e do coeficiente de correlação intraclasse (variáveis quantitativas, para casos e controles separadamente. Os resultados levam a aceitar as informações como reprodutíveis.

  6. Simultaneidade de comportamentos de risco para infecções sexualmente transmissíveis em adolescentes brasileiros, 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosália Garcia Neves

    Full Text Available Resumo OBJETIVO: analisar a simultaneidade de dois grupos de comportamentos de risco para infecções sexualmente transmissíveis em adolescentes brasileiros. MÉTODOS: estudo transversal com dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2012; os desfechos foram (1 simultaneidade de consumo de álcool, fumo e drogas (pelo menos dois e (2 não uso de camisinha e relação sexual com dois ou mais parceiros. RESULTADOS: a simultaneidade de consumo de álcool, fumo e drogas foi de 14,7% nos meninos e 21,5% nas meninas, mais prevalente em brancos, com mães mais escolarizadas, que não moravam com os pais; aproximadamente 12,0% dos adolescentes apresentaram simultaneidade de não uso de camisinha e dois ou mais parceiros, sendo mais frequente nos meninos mais novos, não brancos (RP=1,22; IC95% 1,10;1,36 e que não moravam com os pais (RP=1,78; IC95% 1,48;2,16, enquanto nas meninas, esse desfecho associou-se a maior idade. CONCLUSÃO: ambos desfechos associaram-se a diferentes características, dependendo do sexo do adolescente.

  7. Fatores de risco, etiologia e aspectos clínicos da mastite em ovelhas de corte no Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla F. V. Pereira

    2014-01-01

    Full Text Available A mastite em ovelhas da raça Santa Inês apresenta-se como um problema de grande proporção e gravidade e é dificilmente tratada com sucesso. O objetivo deste estudo foi caracterizar aspectos clínicos, epidemiológicos e etiológicos da mastite clínica em ovelhas de corte criadas no norte do Paraná. O presente estudo foi realizado entre os meses de outubro de 2009 a setembro de 2010 envolvendo 54 rebanhos de ovinos de corte de diferentes raças. Durante as visitas às propriedades, um questionário foi preenchido com a finalidade de caracterizar o problema. Setenta ovelhas com mastite clínica foram examinadas e amostras de secreção láctea foram colhidas para exame microbiológico. A mastite foi considerada um problema relevante em 39 propriedades (72,3%, com frequência média de 6,74%. Casos crônicos e agudos de mastite foram observados em 69% e 31% das ovelhas examinadas, respectivamente. Em ambos os casos, a mastite flegmonosa foi a forma mais encontrada (65,5% dos casos. O agente etiológico mais prevalente foi Staphylococcus coagulase negativo (54,5%, seguido por S. aureus e A. pyogenes (11,5% cada. Mannheimia haemolytica foi isolada em dois casos. Sistema de criação não extensivo e raça Santa Inês foram identificados como fatores de risco para o desenvolvimento de mastite clínica. Secagem das fêmeas após 120 dias de lactação e separação de fêmeas doentes do rebanho foram associadas com menor ocorrência da doença. Recomenda-se a limpeza adequada das instalações e a secagem mais tardia, principalmente em rebanhos Santa Inês.

  8. Fatores de risco sociais, familiares e comportamentais para obesidade em adolescentes Social, familial, and behavioral risk factors for obesity in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Monteiro

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar fatores de risco sociais, familiares, comportamentais e psicológicos para obesidade na adolescência. MÉTODO: Estudo de casos e controles aninhado a uma coorte de base populacional seguida desde o nascimento, em 1982. Os casos incluíram os adolescentes obesos conforme a definição da Organização Mundial da Saúde. Os controles foram constituídos por uma amostra aleatória da coorte, examinada em 1997 e 1998. Informações sobre fatores de risco foram obtidas dos arquivos da coorte, coletadas em diversas idades. A análise multivariada foi realizada por regressão logística. RESULTADOS: Os fatores de risco variaram conforme o sexo. Em meninos, a renda familiar maior que 1 salário-mínimo ao nascer aumentou o risco de obesidade em 6 vezes; o traço de ansiedade aumentou esse risco em 4 vezes. O risco aumentou em 10% para cada aumento unitário do índice de massa corporal materno pré-gestacional, em ambos os sexos. O peso materno atual, o fumo, a ingestão de gorduras, e o tempo despendido assistindo à televisão e em atividades físicas não se associaram com obesidade. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que é importante estratificar por sexo os dados de estudos sobre obesidade. Além disso, os fatores relativos a fases precoces da vida mostraram-se mais fortemente associados com obesidade em adolescentes do que os fatores medidos durante a adolescência. Entretanto, não se pode excluir a possibilidade de viés, por exemplo, em termos da informação fornecida pelos adolescentes acerca de dieta e exercício físico. Sempre que possível, o estudo dos fatores de risco contemporâneos para obesidade em adolescentes deve considerar o papel de fatores precoces na vida como prováveis fontes de confusão.OBJECTIVE: To examine the impact of different social, familial, and behavioral factors on the risk of developing obesity in adolescents. METHODS: We performed a case-control study nested in a population-based cohort

  9. Gestão de riscos em cadeias de suprimentos: estudo exploratório sobre a experiência brasileira

    OpenAIRE

    Marina Guimaraes Mattos

    2011-01-01

    Aliando-se às pesquisas mais recentes na área de análise de riscos, esta dissertação propõe um estudo do cenário brasileiro de atitudes e comportamentos sobre a gestão de riscos em cadeias de suprimentos. Enquanto a globalização dessas cadeias e das suas operações geram o aumento da distância média de transporte e a maior dependência de parceiros na rede de suprimentos, as empresas buscam a resiliência ao mesmo tempo em que reduzem os estoques e gerenciam conflitos regionais. Este trabalho co...

  10. Fatores de risco para diárreia persistente em lactentes Risk factors to persistent diarrhea in infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Graças Moura Lins

    2003-12-01

    Full Text Available RACIONAL: A diarréia persistente é uma doença multicausal. A análise do risco para o prolongamento do quadro diarréico envolve variáveis ambientais, biológicas e do manejo clínico. OBJETIVO: Identificar fatores de risco para a diarréia persistente em crianças hospitalizadas na fase aguda do quadro diarréico. PACIENTES E MÉTODOS: O estudo foi do tipo caso-controle. A amostra consistiu de 216 crianças menores de 24 meses hospitalizadas por diarréia de início abrupto, no Instituto Materno-Infantil de Pernambuco, Recife, PE. O grupo de casos incluiu as crianças com diarréia persistente e o de controles aquelas com diarréia aguda. Foram analisadas variáveis socioeconômicas, biológicas, de morbidade anterior, clínicas e do manejo terapêutico prévio à admissão. Utilizou-se o odds ratio não ajustado e ajustado, com seus respectivos intervalos de confiança de 95%, observando-se o nível de significância de 5%. A análise multivariada foi feita através de regressão logística. RESULTADOS: O risco de persistência da diarréia foi maior nas crianças com: disenteria, febre no início do quadro, dieta suspensa e uso de antibiótico à admissão hospitalar. O risco de diarréia persistente foi cerca de três vezes maior para crianças sem geladeira no domicílio e que apresentavam hiperemia perianal ao exame físico na admissão hospitalar, sendo estas as variáveis que apresentaram significância estatística após o ajuste para fatores de confusão. CONCLUSÕES: A melhoria das condições ambientais e o manejo adequado e individualizado da criança hospitalizada por diarréia pode contribuir para a redução da morbidade da doença.BACKGROUND: Persistent diarrhea is a multicausal disease. The analysis of risk factors for persistent diarrhea includes environmental and biological variables as well as therapeutical management. AIM: To identify risk factors for persistent diarrhea among children hospitalized with acute diarrhea

  11. Riscos de deslizamentos e inundações e condições de moradia em aglomerados subnormais na bacia do rio Sanhauá: avaliação e análise integrada

    OpenAIRE

    Nascimento, Maria Odete Teixeira do

    2009-01-01

    Os problemas das áreas de riscos de desastres nas cidades brasileiras, principalmente os riscos ambientais de caráter geológico-geotécnico, como deslizamentos, e hidrometeorológico, como as inundações, estão normalmente relacionados a determinantes socioeconômicos e ambientais. Assim, os aglomerados subnormais situam-se em áreas com maiores problemas em diversos aspectos, já que geralmente estão submetidos a níveis altos de riscos ambientais, devido à ocupação de áreas inadequa...

  12. Respostas cardiovasculares agudas em ambiente virtualmente simulado pelo Nintendo Wii

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Aparecido de Souza

    2013-01-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n1p60 Recentemente, tem sido verificada a utilização do Nintendo Wii no contexto da saúde. O objetivo do presente estudo foi analisar as respostas cardiovasculares agudas monitoradas por meio do comportamento da frequência cardíaca, pressão arterial sistólica, pressão arterial diastólica e duplo produto, em ambiente virtualmente simulado pelo console Nintendo Wii. A amostra foi composta por 18 universitários saudáveis, com média de idade de 22,07 ± 1,34 anos. As variáveis foram observadas com uso de deltas (valor final - inicial após 25 arremessos de basquetebol em duas situações experimentais: (I com o voluntário sentado e, (II com o voluntário saltando verticalmente. Os resultados sugerem que a prática de atividade física em ambiente virtual emulado pelo Nintendo Wii é capaz de alterar as respostas cardiovasculares agudas, especialmente, quando realizada em associação a saltos verticais. Assim, os resultados sustentam a viabilidade do uso do Nintendo Wii em programas de treinamento e favorecem sua indicação de forma mais segura.

  13. Ocorrência de anticorpos e fatores de risco associados à infecção por Leptospira spp. em Cebus spp. mantidos em cativeiro no Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora R.A. Ferreira

    2011-11-01

    Full Text Available Estudou-se a ocorrência de anticorpos anti-Leptospira e os fatores de risco associados à infecção em primatas do gênero Cebus mantidos em cativeiro no Nordeste do Brasil. Foram analisadas 139 amostras de soro sanguíneo de diferentes espécies de primatas de ambos os sexos e idades variadas. Para a pesquisa de anticorpos empregou-se a técnica de Soroaglutinação Microscópica (SAM e para estudo dos fatores de risco utilizou-se análise multivariada. Foram observados anticorpos anti-Leptospira, sorovar Patoc em 6,5% dos primatas (09/139. O fator de risco identificado nesse estudo foi a não higienização diária de bebedouros (Odds ratio=12,095; IC 95% = 1,73-84,52; p=0,012,. Conclui-se que a população de Cebus mantidos em cativeiros no Nordeste do Brasil está exposta à infecção por anticorpos anti-Leptospira e que medidas corretivas de manejo dos animais, especificamente aquelas relacionadas à higienização diária de bebedouros devem ser implementadas para reduzir o risco de infecção por sorovares de Leptospira spp.

  14. Risco privado em infra-estrutura pública: uma análise quantitativa de risco como ferramenta de modelagem de contratos Private risk in public infrastructure: a quantitative risk analysis as a contract modeling tool

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz E. T. Brandão

    2007-12-01

    Full Text Available Parcerias público-privadas (PPP são arranjos contratuais onde o governo assume compromissos futuros por meio de garantias e opções. São alternativas para aumentar a eficiência do Estado por uma alocação mais eficiente de incentivos e riscos. No entanto, a determinação do nível ótimo de garantias e a própria alocação de riscos são geralmente realizadas de forma subjetiva, podendo levar o governo a ter que assumir passivos significativos. Este artigo propõe um modelo de valoração quantitativa de garantias governamentais em projetos de PPP por meio da metodologia das opções reais, e este modelo é aplicado a um projeto de concessão rodoviária. Os autores analisam o impacto de diversos níveis de garantia de receita sobre o valor e risco do projeto, bem como o valor esperado do desembolso futuro do governo em cada uma das situações, concluindo que é possível ao poder público determinar o nível ótimo de garantia em função do grau de redução de risco desejado, e que o desenho e a modelagem contratual de projetos de PPP podem se beneficiar de ferramentas quantitativas aqui apresentadas.Public private partnerships (PPP are contractual arrangements in which the government assumes future obligations by providing project guarantees. They are considered a way of increasing government efficiency through a more efficient allocation of risks and incentives. On the other hand, the assessment and determination the optimal level of these guarantees is usually subjective, exposing the government to potentially high future liabilities. This article proposes a quantitative model for the evaluation of government guarantees in PPP projects under the real options approach, and applies this model to a toll highway concession with a minimum revenue guarantee. It studies the impact of different guarantee levels on the value and the risk of the project, as well as the expected level of future cash payments to be made by the government in

  15. Vulnerabilidad al VIH en mujeres en riesgo social Vulnerabilidade ao HIV em mulheres em risco social HIV vulnerability in women at social risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfonso Urzúa Morales

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar la vulnerabilidad por factores de riesgo al VIH/SIDA en mujeres en riesgo social. MÉTODOS: Estudio llevado a cabo con 178 mujeres dueñas de casa (n=101 y trabajadoras del sector salud (n=77 de Antofagasta, Chile, en 2006-2007. Las dueñas de casa fueron consideradas en riesgo social. La vulnerabilidad al VIH fue calculada por medio de una escala que agrupó 21 reactivos en tres dimensiones: roles de género, comunicación con la pareja y actitud ante al uso del preservativo. Para determinar el peso relativo de cada una de las dimensiones en la vulnerabilidad total se realizó un análisis de regresión múltiple utilizando el puntaje total de la escala como variable dependiente y cada una de las tres dimensiones como variable independiente. RESULTADOS: En el grupo general, la dimensión con peso relativo mayor fue la dimensión actitud frente al uso del preservativo (0.542, seguida de relación de pareja (0.453 y roles de género (0.379. Para mujeres dueñas de casa, se observó una variación: relación de pareja (0.597, actitud frente al uso del preservativo (0.508 y roles de género (0.403. Para trabajadoras de la salud, el peso de las dimensiones fue: actitud frente al uso del preservativo (0.638, relación de pareja (0.397, y roles de género (0.307. CONCLUSIONES: Los resultados permiten inferir diferencias en los factores que condicionan la vulnerabilidad al VIH en los grupos de mujeres, siendo para aquellas que están en riesgo social el rol de género el factor con mayor capacidad predictiva de riesgo.OBJETIVO: Avaliar a vulnerabilidade por fatores de risco ao HIV/Aids em mulheres em risco social. MÉTODOS: Estudo realizado com 178 mulheres donas de casa (n=101 e trabalhadoras do setor de saúde (n=77 de Antofagasta, no Chile, em 2006-2007. As donas de casa foram consideradas em risco social. A vulnerabilidade ao HIV foi calculada por meio de uma escala que reuniu 21 itens em três dimensões: papéis de g

  16. cardiovasculares em um grupo de idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joselany Afio Caetano

    2008-01-01

    Full Text Available Estudio descriptivo, con abordaje cuantitativo, cuyo objetivo fue investigar los factores de riesgo relacionados con las alteraciones cardiovasculares en ancianos, atendidos en una institución pública de Fortaleza - CE, el año de 2006. Para la recolección de los datos fueron entrevistados 145 ancianos. Los resultados fueron organizados en tablas y analizados en porcentuales descriptivos. Los resultados obtenidos mostraron que un 43,4% de la población se encuentra en la faja etaria por encima de 70 años, predomina el sexo femenino y la renta familiar incide en uno o menos de un salario mínimo. Además de ello, un 52% no son alfabetizados, la mayoría es casada y reside con los familiares, 59,3% de los entrevistados tienen antecedentes de hipertensión y un 41%, son sedentarios. Entre los factores de riesgo citados sobresalen: el consumo de café, sal y grasa. Las afecciones crónico-degenerativas están presentes en la mayoría de los ancianos. Por lo tanto, se considera que es necesario intensificar los programas de educación en salud con el objetivo de mantener el nivel de calidad de vida del anciano.

  17. Distribuição por gênero de ácido úrico sérico e fatores de risco cardiovascular: estudo populacional Distribución por género del ácido úrico sérico y factores de riesgo cardiovascular: estudio poblacional Gender distribution of serum uric acid and cardiovascular risk factors: population based study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Lamego Rodrigues

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Não há dados relativos à epidemiologia da hiperuricemia em estudos brasileiros de base populacional. OBJETIVO: Investigar a distribuição de ácido úrico sérico e sua relação com variáveis demográficas e cardiovasculares. MÉTODOS: Estudamos 1.346 indivíduos. A hiperuricemia foi definida como > 6,8 e > 5,4 mg/dL para homens e mulheres, respectivamente. A síndrome metabólica (SM foi definida utilizando-se os critérios NCEP ATP III. RESULTADOS: A prevalência de hiperuricemia foi de 13,2%. A associação de ácido úrico sérico (AUS com fatores de risco cardiovasculares foi específica para o gênero: em mulheres, maiores níveis de AUS estiveram associados com IMC elevado, mesmo após ajustes da pressão arterial sistólica para idade (PAS. Em homens, a relação do AUS com o colesterol HDL esteve mediada pelo IMC, enquanto em mulheres, o AUS mostrou-se semelhante e dependente do IMC, independentemente dos níveis glicose e presença de hipertensão. Nos homens, os triglicerídeos, a circunferência abdominal (CA e a PAS explicaram 11%, 4% e 1% da variabilidade do AUS, respectivamente. Nas mulheres, a circunferência abdominal e os triglicerídeos explicaram 9% e 1% da variabilidade de AUS, respectivamente. Em comparação com o primeiro quartil, homens e mulheres no quarto quartil apresentavam 3,29 e 4,18 vezes mais de aumento de risco de SM, respectivamente. As mulheres apresentaram uma prevalência quase três vezes maior de diabetes melito. Homens normotensos com MS apresentaram maiores níveis de AUS, independente do IMC. CONCLUSÃO: Nossos resultados parecem justificar a necessidade de uma avaliação baseada no gênero em relação à associação do AUS com fatores de risco cardiovasculares, que se mostraram mais acentuados em mulheres. A SM esteve positivamente associada com AUS elevado, independentemente do gênero. A obesidade abdominal e a hipertrigliceridemia foram os principais fatores associados com a

  18. Agregação de fatores de risco metabólicos, atividade física e comportamentos de risco à saúde em adolescentes: revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Pereira da Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: apresentar dados sobre a associação da atividade física, sedentarismo, alimentação inadequada, consumo de cigarro e bebidas alcoólicas com a agregação de fatores de risco metabólicos em adolescentes. Método: estudo de revisão utilizando critérios de diagnóstico de Sindrome Metabólica em crianças e adolescentes. Resultados e considerações finais: comportamentos como a atividade física, comportamento sedentário e hábitos alimentares possuem sua associação melhor elucidada na literatura, quando comparados aos hábitos de fumo e consumo de álcool, os quais necessitam de maiores investigações nesta população. Contudo, evidências demonstram que todos os hábitos abordados neste trabalho possuem alguma relação com a agregação de fatores de risco metabólicos na idade adulta, e sua prevenção na adolescência parece favorecer o não aparecimento dos mesmos no futuro.

  19. Relação entre percepção e comportamento de risco e níveis de habilidades cognitivas em um grupo de adolescentes em situação de vulnerabilidade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaina Aparecida Paulino

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar as correlações entre inteligência verbal e não verbal, percepção e intenção de apresentar comportamentos de risco. Quarenta e oito adolescentes, sendo 22 homens e 26 mulheres, com média de idade de 16 anos, responderam três instrumentos: Escala de Percepção e Intenção de Apresentar Comportamento Arriscado, bateria de provas de raciocínio e Teste de Matrizes Progressivas de Raven. Os resultados indicaram classificação média quanto à inteligência. Houve diferença significativa entre os gêneros para o raciocínio mecânico, com homens apresentando desempenho melhor que mulheres. Observaram-se correlações positivas entre percepção de risco legal ético e percepção de risco à saúde, raciocínio verbal e percepção de risco legal-ético e com percepção de risco à saúde, raciocínio mecânico e intenção de apresentar comportamento de risco legal-ético e com intenção de apresentar comportamento de risco financeiro. Constataram-se relações entre inteligência e percepção de risco, sendo que as habilidades intelectuais superiores parecem ajudar o indivíduo a perceber melhor as situações de risco, mas não garantem evitação de comportamentos que gerem punições e sanções derivadas do contato com o risco. Estudos como este ajudam a avaliar elementos ligados ao risco que devem ser abordados em programas sociais de cunho preventivo que visem adolescentes, como o projeto no qual esta amostra está inserida.

  20. Fatores de risco para poliparasitismo intestinal em uma comunidade indígena de Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fontbonne Annick

    2001-01-01

    Full Text Available No perfil etnoepidemiológico da comunidade dos Índios Pankararus - interior do Estado de Pernambuco -, as parasitoses intestinais representam importante problema de saúde pública, por atingir a quase totalidade da população. A fim de conhecer possíveis fatores de risco ambientais deste quadro, utilizou-se parte da base de dados do inquérito original para relacionar as condições de moradia ao número de parasitas diferentes verificado entre seus moradores. Com base na seleção da quantidade de exames coprológicos efetuados entre as pessoas da família, a amostra para análise contou 84 famílias dentre as 112 da amostra aleatória original. Para o número médio de 6,1 pessoas por família, constatou-se que o de parasitas diferentes presentes no lar era 5,0, número crescente quando a casa era de taipa (6,0 contra 4,9 para as de alvenaria; p < 0,03, ou a água usada na moradia não era tratada (5,1 contra 4,5 para água tratada; p < 0,05. Outros fatores que caracterizam a moradia e sua higiene não parecem influenciar o número médio de parasitas na casa. Conclui-se que o poliparasitismo nos Índios Pankararus de Pernambuco chega a representar a regra e está referido sobretudo às fontes de água de beber e ao seu tratamento.

  1. Fatores de risco para poliparasitismo intestinal em uma comunidade indígena de Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Annick Fontbonne

    2001-03-01

    Full Text Available No perfil etnoepidemiológico da comunidade dos Índios Pankararus - interior do Estado de Pernambuco -, as parasitoses intestinais representam importante problema de saúde pública, por atingir a quase totalidade da população. A fim de conhecer possíveis fatores de risco ambientais deste quadro, utilizou-se parte da base de dados do inquérito original para relacionar as condições de moradia ao número de parasitas diferentes verificado entre seus moradores. Com base na seleção da quantidade de exames coprológicos efetuados entre as pessoas da família, a amostra para análise contou 84 famílias dentre as 112 da amostra aleatória original. Para o número médio de 6,1 pessoas por família, constatou-se que o de parasitas diferentes presentes no lar era 5,0, número crescente quando a casa era de taipa (6,0 contra 4,9 para as de alvenaria; p < 0,03, ou a água usada na moradia não era tratada (5,1 contra 4,5 para água tratada; p < 0,05. Outros fatores que caracterizam a moradia e sua higiene não parecem influenciar o número médio de parasitas na casa. Conclui-se que o poliparasitismo nos Índios Pankararus de Pernambuco chega a representar a regra e está referido sobretudo às fontes de água de beber e ao seu tratamento.

  2. Percepção de exposição a cargas de trabalho e riscos de acidentes em Pelotas, RS (Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela C. Lima

    1999-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a associação entre a percepção de exposição às cargas de trabalho e o risco de acidentes. MÉTODOS: O delineamento do estudo foi o tipo de casos e controles. Os casos (n=264 incluíram os acidentes de trabalho típicos notificados no Instituto Nacional de Seguridade Social, de Pelotas, RS (Brasil, de janeiro a julho de 1996. Foram excluídos os óbitos (dois, os acidentes ocorridos na zona rural, e os que afastaram o trabalhador de suas atividades por menos de sete dias. Para cada caso foram selecionados três tipos de controles: um trabalhador da mesma empresa, um vizinho e um controle populacional. Os controles foram emparelhados com os casos por idade e sexo e precisavam ter vínculo empregatício formal e não ter sofrido acidente no último mês. Os dados foram analisados usando regressão logística condicional. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os trabalhadores que relatavam enfrentar situações de emergência, o trabalho em altura, perigo constante, ou ambientes ruidosos tinham cerca de duas vezes mais risco de acidentar-se. O trabalho em posições incômodas ou com esforço físico intenso aumentaram em 50% o risco de acidentes. As demais cargas de trabalho estudadas não se constituíram como fatores de risco para os acidentes. Os resultados foram ajustados para fatores de confusão.

  3. Fatores de risco associados à pressão arterial elevada em adolescentes Risk factors associated with high blood pressure in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Samara da Silva

    2007-08-01

    Full Text Available Níveis elevados de pressão arterial (PA na infância e adolescência têm sido freqüentemente associados a outros fatores de risco cardiovasculares, além de hipertensão arterial na fase adulta da vida. O presente estudo objetivou identificar fatores de risco associados à PA elevada em adolescentes. Participaram do estudo 674 adolescentes de escolas públicas e privadas, de ambos os sexos (303 rapazes e 371 moças, com idade de 14 a 17 anos (16,5 DP 0,9, da cidade de João Pessoa, Paraíba. Mediante aplicação de um questionário, foram levantadas informações sobre: a indicadores sociodemográficos; b nível de prática da atividade física; c hábitos alimentares; c índice de massa corporal; e fumo e bebidas alcoólicas; e foram realizadas medidas de PA. A prevalência de PA elevada foi de 7,4%, sendo maior nos rapazes (10,2% quando comparada com a das moças (5,1%, p High levels of arterial blood pressure in childhood and adolescence have been often associated with other cardiovascular risk factors apart from arterial hypertension in the adult stage of life. The present study aimed at identifying risk factors associated with high blood pressure in adolescents. The subjects were 674 adolescents from public and private schools in the city of João Pessoa, Paraíba. These subjects were of both sexes (i.e., 303 boys and 371 girls and their ages spanned from 14 to 17 years old. By means of a questionnaire, information about the following aspects was gathered: a socio-demographic status; b physical activity levels; c eating habits; d body mass index; e consumption of alcohol and smoking. Moreover, measurements of arterial pressure (AP showed that the prevalence of high AP was 7.4 %, being higher in boys (10.2% when compared with girls (5.1%, p < 0.01. The results of the multivaried analysis indicated that overweight adolescents displayed from five to six times more chance of having high AP than adolescents with light/normal weight (boys: OR

  4. PERFIL DE LESÕES EM PILOTOS DE PARAPENTE NO BRASIL E SEUS FATORES DE RISCO

    OpenAIRE

    Crivellaro, Jackeline; Almeida, Renan Moritz Varnier Rodrigues de; Wenke, Rodney; Neves, Eduardo Borba

    2017-01-01

    RESUMO Introdução: O parapente é uma atividade de voo livre que utiliza um planador ultraleve flexível para decolagem, evolução em voo e pouso. Apesar do crescente número de praticantes desse esporte no Brasil, não foram encontrados dados epidemiológicos de lesões na prática de parapente no país. Objetivo: Esta pesquisa teve como objetivo analisar a incidência, tipo, área anatômica acometida, gravidade, e também verificar se há algum padrão nas lesões em pilotos de parapente no Brasil. Mét...

  5. Incidência e fatores de risco de lesões em jogadores de futsal portugueses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Manuel Serrano

    2013-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A reduzida expressão de estudos publicados sobre a incidência de lesões no Futsal em Portugal justificou a realização deste trabalho. OBJETIVO: Identificar as potenciais causas de lesões nesta modalidade, referência para o desenvolvimento de protocolos específicos de prevenção de lesões. MÉTODOS: A amostra foi constituída por 411 jogadores federados de Futsal em Portugal, masculinos e femininos, de diferentes níveis competitivos. Foram utilizados os dados coletados num questionário com informação retrospectiva. O tratamento estatístico consistiu na análise inferencial entre grupos através do teste de Kruskal-Wallis e do teste para dados não paramétricos de Mann-Whitney (nível de significância de 5%. RESULTADOS: Os resultados confirmaram a entorse da articulação tíbio-társica como a lesão de maior incidência (48,8% do total no Futsal. As lesões com período de impedimento entre oito e 28 dias tiveram a maior expressão (52,7% do total. Este estudo não revelou diferenças significativas em relação ao gênero ou posição em que os jogadores ocupam na quadra sobre a incidência, o tipo ou a região anatômica das lesões. No entanto, verificou-se significativamente maior incidência de entorses e contraturas em situação de treino e maior incidência de roturas musculares e fraturas em jogo, sendo que essas últimas provocaram um período de impedimento maior para os atletas. Também se verificou significativamente maior incidência de lesões articulares ou ósseas, entorses e fraturas, em resultado do contato com adversários e maior incidência de lesões musculares ou ligamentares sem contato com adversários. Os resultados não evidenciaram diferenças significativas na lateralidade das lesões. CONCLUSÃO: Os resultados realçam a importância de programas específicos de prevenção da entorse da tíbio-társica, especialmente nas crianças e jovens, independentemente da posição que ocupam

  6. Risco de hospitalizações repetidas em idosos usuários de um centro de saúde escola Risk of repeated hospitalizations in elderly users of an academic health center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Casale Guerra

    2007-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estratificar 305 idosos com 65 anos ou mais, atendidos em um Centro de Saúde Escola (Botucatu, São Paulo, Brasil, quanto à probabilidade de admissão hospitalar repetida. Os dados foram coletados por meio de um instrumento de avaliação do risco de admissão hospitalar repetida, constituído por oito indicadores de saúde: autopercepção da saúde, hospitalização, consultas médicas, diabetes, doença cardiovascular, sexo, apoio social e idade. Verificou-se que 56,4% dos entrevistados apresentaram baixa probabilidade de admissão hospitalar repetida; 26,9%, média; 10,5%, média-alta; e 6,2%, alta. Na associação dos indicadores de saúde com a probabilidade de admissão hospitalar repetida, observou-se que, para idosos classificados como sendo de riscos médio, médio-alto e alto, em relação àqueles com baixo, os riscos relativos foram significativos: saúde média ou ruim (2,31; hospitalização (2,38; mais de três consultas médicas (1,75; diabetes (2,10; doença cardiovascular (2,76; homens (1,68; e 75 anos ou mais (1,62. Constatou-se que o instrumento utilizado possibilitou a estratificação dos idosos quanto ao risco de serem hospitalizados repetidas vezes, o que pode contribuir para propostas de reorganização dos serviços de saúde.The aim of this study was to stratify 305 elderly (> 65 years treated at an academic health center (Botucatu, São Paulo, Brazil according to risk of repeated hospitalization. Data collection used an instrument to evaluate risk of repeated hospital admissions, including eight health indicators: self-rated health, hospitalizations, doctor visits, diabetes, cardiovascular disease, gender, social support, and age. 56.4% of interviewees presented low probability of repeated hospitalization, as compared to 26.9% medium, 10.5% medium-high, and 6.2% high probability. Combining health indicators with the probability of repeated hospitalization, for elderly classified as

  7. Coronariopatia assintomática em chagásicos com insuficiência cardíaca: prevalência e fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Carvalho

    2011-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A concomitância de doença arterial coronária assintomática em pacientes com cardiomiopatia chagásica em IC é controversa na literatura médica, pois ambas as doenças se mostram prevalentes em algumas regiões do Brasil. Objetivo: Determinar a prevalência da coronariopatia (lesões > 50% em uma população específica de pacientes com cardiomiopatia chagásica em IC classes funcionais III e IV, que não apresentavam eventos coronarianos prévios. OBJETIVO: Determinar a prevalência da coronariopatia (lesões > 50% em uma população específica de pacientes com cardiomiopatia chagásica em IC classes funcionais III e IV, que não apresentavam eventos coronarianos prévios. MÉTODOS: Realizou-se cineangiocoronariografia em 61 pacientes consecutivos, portadores de cardiomiopatia chagásica, em IC classes funcionais III e IV, para se excluir coronariopatia. Esses pacientes faziam parte do protocolo do Estudo de Terapia Celular em Cardiopatias, o qual exigia a realização de cineangiocoronariografia antes de se injetarem células-tronco. Os fatores de risco para aterosclerose também analisados nessa população foram: idade, hipertensão arterial, diabetes, dislipidemia, tabagismo e sobrepeso. RESULTADOS: Idade média 51,6 + 9,6 anos, 65,5% (n = 40 homens. A prevalência de coronariopatia encontrada nessa população foi de 1,6% (1. As prevalências dos fatores de risco foram: hipertensão arterial 18% (11, tabagismo 59% (36, diabetes 1,6% (1 e dislipidemia 6,5% (4. CONCLUSÃO: A prevalência da coronariopatia assintomática em pacientes com IC grave de etiologia chagásica é baixa e, entre os fatores de risco para doença coronária, o tabagismo foi o mais prevalente.

  8. Representa o sexo feminino um fator de risco para a revascularização do miocárdio (RM em nosso meio?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Forte Amarante

    2009-07-01

    Full Text Available Introdução: segundo Wenger, nos países desenvolvidos mais de 50% das mulheres morrem em consequência de doenças cardiovasculares. A morte súbita é responsável por 35% dessa mortalidade. Com a intenção de otimizar a terapêutica nos propusemos a conhecer o perfil da mulher operada em nosso Centro e estabelecer se o sexo representa um fator de risco isolado para a RM. Método: estudo de coorte histórico. População fonte com 83 pacientes, sendo o primeiro grupo (G1 formado por 23 mulheres e o segundo (G2 formado por 60 homens. Roteiro com 32 itens para coleta de dados. Análise univariada. Nível de significância de 5%. Aprovado pelo Comitê de Ética da Instituição. Resultados: no G1 a média de idade foi de 65,23±12,37 e IMC de 27,45±6,28. No G2 a média de idade foi de 61,69±10,15 e o IMC de 28,22±5,99. A análise univariada identificou: idade (P=0,045, peso (P=0,07, altura (P=0,128, IMC (P=0,895, angina (P=0,159, ICC (P=0,614, IAM prévio (P=0,395, diabetes (P=0,144, DPOC (P=0,890, tabagismo (P=0,819, dislipidemia (P=0,513, HAS (P=0,505, AVC pré (P=0,547, número de artérias lesadas (P=0,868, número de enxertos realizados (P=0,667, uso de CEC (P=0,104, IAM pós (P=0,159, assistência respiratória prolongada (P=0,768, AVC pós (P=0,577, insuficiência renal pós (p=0,083, reoperação por sangramento (p=0,321, sangramento (P=0,238, infecção pós (P=0,579, permanência hospitalar (P= 0,221 e óbito hospitalar (P=0,666. Conclusão: a revascularizada é uma paciente idosa (62,90±10,92, com sobrepeso, anginosa (97,6%, diabética (45,6%, hipertensa (62,30%, com IAM prévio (59,7%. A prevalência da doença coronária é maior no sexo masculino (2,6/1, e o sexo feminino não representou um fator de risco isolado para a revascularização do miocárdio.

  9. Risk factors for atopic eczema in school children Fatores de risco para eczema atópico em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo F. Wandalsen

    2005-03-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to study risk factors related to atopic eczema (AE in school children of São Paulo. METHODS: 1972 parents or guardians of 6-7 years old children in the Southern Central area of São Paulo answered to a written questionnaire (standardized questionnaire of the International Study of Asthma and Allergies in Childhood plus a complementary questionnaire regarding family history of asthma and allergies, and exposure to environmental allergens. AE was defined by the presence of an itchy rash in the last year. Risk factors were analyzed through logical regression. RESULTS: the following factors were significantly associated with AE: history of maternal (OR: 4.1; 95%CI: 2.4 to 7.1 and paternal eczema (OR: 2.6; 95%CI: 1.4 to 5.0, dust in the child's bedroom (OR: 1.6; 95%CI: 1.1 to 2.4, lower maternal education (OR: 1.7; 95%CI: 1.1 to 2.7, rhinitis fever (OR: 1.7; 95%CI: 1.1 to 2.9 and wheezing in the last year (OR: 1.9; 95%CI: 1.2 to 2.8. CONCLUSIONS: our data suggest that AE has a specific pattern of inheritance. The presence of dust in the child's bedroom was the single environmental risk factor found. Diagnose of other allergic diseases, as well as the presence of recent symptoms were strongly associated with AE in children.OBJETIVOS: identificar fatores de risco relacionados ao eczema atópico (EA em escolares do município de São Paulo. MÉTODOS: 1972 pais de escolares de 6-7 anos da região centro-sul de São Paulo responderam a questionários escritos (questionário padrão do International Study of Asthma and Allergies in Childhood e questionário complementar sobre história familiar de doenças alérgicas e exposição ambiental a potenciais fontes de alérgenos e irritantes. A presença de manchas na pele com coceira nos últimos 12 meses, definiu os escolares com EA. Os fatores de risco foram analisados por regressão logística. RESULTADOS: as variáveis significantemente associadas ao EA foram: história materna (OR: 4,1; IC95

  10. Fatores de risco para mastite subclínica em vacas leiteiras Risk factors for subclinical mastitis in dairy cows

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.M. Coentrão

    2008-04-01

    Full Text Available Os fatores de risco para mastite subclínica (CCS > 200.000 células/ml foram estudados em 2.657 vacas, de 24 rebanhos de Minas Gerais. Cada rebanho foi visitado três vezes entre novembro de 2005 e junho de 2006. Amostras de leite (n=3.987 de vacas em lactação foram examinadas para contagem de células somáticas (CCS, e um questionário foi aplicado para obtenção de dados dos animais e do manejo do rebanho. Os valores para a média, mediana e desvio-padrão da CCS foram 608.000, 219.000 e 967.000 células/ml, respectivamente. Os fatores de risco para mastite subclínica foram: animais com a base do úbere junto ou abaixo do jarrete, rachaduras ou fissuras nas partes de borracha do equipamento de ordenha, inadequação das teteiras, deficiência de limpeza dos pulsadores, falta de treinamento dos ordenhadores, não-utilização de diagnóstico microbiológico para mastite, imersão do conjunto de teteiras em solução desinfetante entre a ordenha de animais distintos, e inserção total da cânula de antibiótico nos tetos na secagem da vaca. A alta variação da CCS (608.000± 967.000 células/ml sugere que outros fatores, como o número de quartos mamários infectados e os patógenos envolvidos, podem ter influenciado os resultados. A metodologia utilizada não permitiu identificar todos os fatores que poderiam aumentar a CCS. Contudo, os resultados são úteis para aprimorar os programas de controle da mastite.This study was carried out to identify risk factors for subclinical mastitis (SCC > 200,000 cells/ml. A total of 2,657 lactating cows from 24 herds in the State of Minas Gerais, Brazil, were included in the study. Each farm was visited three times in an 8-month period from November 2005 to June 2006. At each visit, all milking cows were examined for clinical mastitis by a single observer. A total of 3,987 milk samples were examined for somatic cell counts (SCC. The mean, median, and standard deviation values for SCC were

  11. Rede FIBRA-RJ: fragilidade e risco de hospitalização em idosos da cidade do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariangela Perez

    2013-07-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi determinar o perfil de risco e fatores associados à fragilidade em idosos da comunidade. A população-fonte constituiu-se de indivíduos com 65 anos ou mais, residentes nos bairros da zona norte da cidade do Rio de Janeiro, Brasil, e clientes de uma operadora de saúde. O estudo foi transversal, na linha de base de uma coorte, com amostra estratificada por sexo e idade, composta por 764 indivíduos. Para a estratificação de risco, utilizou-se o instrumento de rastreio probabilidade de internações repetidas (PIR. A análise de regressão logística foi realizada para estudar a associação entre a PIR e um conjunto de variáveis sociodemográficas, de estado de saúde, funcionais e cognitivas, após a análise bivariada. Encontraram-se 6,7% de idosos com alto risco de internação. Associaram-se ao risco de internação câncer, quedas, doença pulmonar obstrutiva crônica e medicamentos usados, bem como as seguintes condições: receber visita de profissional da saúde, ter estado acamado no domicílio, morar só e praticar as atividades de vida diária. O instrumento parece ser útil na estratificação de risco dos idosos.

  12. Fatores de risco relacionados à condição de saúde periodontal em universitários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique de Carvalho e Souza

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A doença periodontal pode ter seu início na infância e na adolescência, e progredir lentamente ao longo da vida. Em universitários, a forma mais comum e prevalente da doença é a gengivite. OBJETIVO: Mensurar a condição de saúde periodontal de uma amostra de universitários e verificar existência da associação com variáveis sociodemográficas e os fatores de risco envolvidos. MATERIAL E MÉTODO: A amostra consistiu de 306 universitários voluntários, com idade entre 19 e 35 anos, sendo usados como indicadores de saúde bucal os índices: Índice Periodontal Comunitário (CPI e Índice de Dentes Cariados, Perdidos e Obturados (CPO-D. Para processamento e análise dos dados, foi usado o programa SPSS versão 18.0. A classificação da condição periodontal foi dicotomizada em CPI 3. Realizou-se regressão logística bivariada e multivariada para analisar a associação entre a condição periodontal e as variáveis independentes. RESULTADO: A amostra consistiu de 51,3% de mulheres e 48,7% de homens, tendo a maioria renda menor do que 6 salários mínimos. Observou-se que 14,4% da amostra era livre de cárie. A pior condição periodontal foi encontrada no sextante 6 e 20,9% da amostra apresentou bolsas rasas em ao menos um sextante. Houve associação entre a condição periodontal e as variáveis: gênero, renda, nível de higiene bucal e uso do fio dental (p < 0,05; entretanto, não houve associação entre aquela e o CPO-D da amostra (p = 0,48. CONCLUSÃO: A amostra apresentou leve condição de doença periodontal, com ausência de bolsas periodontais profundas. Indivíduos do gênero feminino, de renda acima de 4 salários, com bom nível de higiene bucal e que usam o fio dental tiveram melhor condição de saúde periodontal.

  13. Usos do glossário do risco em revistas: contrastando "tempo" e "públicos" Uses of the risk glossary in magazines: contrasting "time" and "public"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Jane P. Spink

    2008-01-01

    Full Text Available Este artigo visa contribuir para a compreensão das maneiras de falar de risco na mídia, apoiando-se no referencial teórico da Psicologia Social discursiva. Duas estratégias complementares de investigação foram utilizadas: análise diacrônica de amostra de revista de interesse geral (210 exemplares da Veja e sincrônica de revistas destinadas a públicos variados (101 revistas. A análise da Veja focalizou as temáticas das matérias e anos de sua publicação. Para a amostra sincrônica foram priorizadas as temáticas das revistas de modo a entender o endereçamento a públicos distintos. A análise "no tempo" sugere que os glossários do risco-perigo e risco-probabilidade já estão consolidados e seu uso traz ressonâncias dos contextos históricos em que essas tradições tomaram forma. No enquadre do risco-aventura, vimos surgir novos vocábulos para referir-se às emoções dos esportes radicais ou posicionar aqueles que optam por correr risco. Esses usos da linguagem do risco são mais bem apreendidos no fluxo da comunicação em que o público tem cara: as revistas segmentadas.This paper is a contribution to the understanding of risk-talk in the media from a theoretical perspective of discursive Social Psychology. Two complementary strategies were used: diachronic analysis of a sample of a magazine of general interest (210 issues of Veja and synchronic analysis of magazines directed to various types of people (101 magazines. For Veja, the analysis focused on article themes and date of publication. For the synchronic sample, priority was given to how risk is presented to different kinds of public. The analysis "over time" suggests that risk as danger and risk as probability glossaries are already well established and their use is a resonance of the historic contexts in which this tradition took shape. New repertoire emerges in the tradition of risk as adventure to refer to emotions associated with radical sports or to people who

  14. Computational modeling for irrigated agriculture planning. Part II: risk analysis Modelagem computacional para planejamento em agricultura irrigada: Parte II - Análise de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João C. F. Borges Júnior

    2008-09-01

    Full Text Available Techniques of evaluation of risks coming from inherent uncertainties to the agricultural activity should accompany planning studies. The risk analysis should be carried out by risk simulation using techniques as the Monte Carlo method. This study was carried out to develop a computer program so-called P-RISCO for the application of risky simulations on linear programming models, to apply to a case study, as well to test the results comparatively to the @RISK program. In the risk analysis it was observed that the average of the output variable total net present value, U, was considerably lower than the maximum U value obtained from the linear programming model. It was also verified that the enterprise will be front to expressive risk of shortage of water in the month of April, what doesn't happen for the cropping pattern obtained by the minimization of the irrigation requirement in the months of April in the four years. The scenario analysis indicated that the sale price of the passion fruit crop exercises expressive influence on the financial performance of the enterprise. In the comparative analysis it was verified the equivalence of P-RISCO and @RISK programs in the execution of the risk simulation for the considered scenario.Técnicas de avaliação de riscos procedentes de incertezas inerentes à atividade agrícola devem acompanhar os estudos de planejamento. A análise de risco pode ser desempenhada por meio de simulação, utilizando técnicas como o método de Monte Carlo. Neste trabalho, teve-se o objetivo de desenvolver um programa computacional, denominado P-RISCO, para utilização de simulações de risco em modelos de programação linear, aplicar a um estudo de caso e testar os resultados comparativamente ao programa @RISK. Na análise de risco, observou-se que a média da variável de saída, valor presente líquido total (U, foi consideravelmente inferior ao valor máximo de U obtido no modelo de programação linear. Constatou

  15. O credit scoring em apoio ao risco de crédito: a identificação de variáveis que contribuem no sucesso da implantação de empresas franqueadas

    OpenAIRE

    Walter Costa dOliveira

    2010-01-01

    A concessão de crédito a empresas que participam do mercado consiste na entrega de um ativo em determinado momento, com a promessa de pagamento deste bem ou direito em data futura. Tal situação se configura como um evento incerto, pois existe a possibilidade de que tal obrigação não seja honrada pela promitente compradora, originando desta forma, o risco de crédito. Cabe à parte concessora do ativo que origina o risco de crédito, verificar a capacidade de seu cliente em cumprir o compromisso ...

  16. A enfermeira obstétrica e a prevenção no risco ocupacional de contaminação pelo vírus HIV em centro obstétrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neide de Souza Praça

    1989-12-01

    Full Text Available Mostra a preocupação das instituições de saúde frente ao risco ocupacional de contaminação pelo HIV em Centro Obstétrico. Analisa o papel da enfermeira obstétrica e sugere procedimentos para a diminuição do risco de contaminação pessoal no atendimento à parturiente e ao recém-nascido.

  17. Reacções adversas aos antibacilares em doentes internados: Gravidade e factores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Sofia Vilariça

    2010-05-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: Atendendo às características do Mycobacterium tuberculosis (MT, o tratamento da tuberculose (TB é feito com uma associação de vários fármacos, por um período de tempo alargado (≥ a 6 meses, cada um com potencial para provocar reacções adversas (RA. Estas podem acompanhar-se de significativa morbilidade e comprometer o tratamento da TB.Objectivos: Determinar a incidência, a gravidade e os factores de risco das principais RA induzidas pelos antibacilares, em doentes internados com TB em tratamento.Material e métodos: Análise retrospectiva dos registos clínicos dos doentes internados no Serviço de Pneumologia III do Hospital de Pulido Valente com tuberculose activa, medicados com antibacilares, durante o período de Abril de 1999 a Julho de 2007. Foram registadas as RA que resultaram em modificação ou descontinuação do tratamento ou que foram a causa de internamento.As características demográficas e os dados clínicos dos doentes foram usados como variáveis independentes. A relação entre variáveis independentes e a frequência e gravidade das RA foi feita através de uma análise multivariada, utilizando um modelo de regressão logística. Os dados foram analisados pelo teste t de Student, one-way ANOVA e regressão logística. A aplicação utilizada para a análise estatística foi o programa SPSS (Statistical Package for the Social Sciences, versão 15.0.Resultados: Dos 1400 doentes internados e tratados por TB activa entre 1999 e 2007, 175 doentes (12,5%, 118 homens e 57 mulheres, apresentaram pelo menos uma RA induzida pelos antibacilares, num total de 192 eventos. A hepatotoxicidade foi a RA mais prevalente (83/47,4%, seguindo-se a reacção cutânea (55/31,4% e a intolerância gastrintestinal (24/13,7%. Em 76 doentes (43,4% as RA causaram o prolongamento do internamento. Constatou-se que a demora m

  18. Reacções adversas aos antibacilares em doentes internados: Gravidade e factores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Sofia Vilariça

    2010-05-01

    Full Text Available Resumo: Introdução: Atendendo às características do Mycobacterium tuberculosis (MT, o tratamento da tuberculose (TB é feito com uma associação de vários fármacos, por um período de tempo alargado (≥ a 6 meses, cada um com potencial para provocar reacções adversas (RA. Estas podem acompanhar-se de significativa morbilidade e comprometer o tratamento da TB. Objectivos: Determinar a incidência, a gravidade e os factores de risco das principais RA induzidas pelos antibacilares, em doentes internados com TB em tratamento. Material e métodos: Análise retrospectiva dos registos clínicos dos doentes internados no Serviço de Pneumologia III do Hospital de Pulido Valente com tuberculose activa, medicados com antibacilares, durante o período de Abril de 1999 a Julho de 2007. Foram registadas as RA que resultaram em modificação ou descontinuação do tratamento ou que foram a causa de internamento. As características demográficas e os dados clínicos dos doentes foram usados como variáveis independentes. A relação entre variáveis independentes e a frequência e gravidade das RA foi feita através de uma análise multivariada, utilizando um modelo de regressão logística. Os dados foram analisados pelo teste t de Student, one-way ANOVA e regressão logística. A aplicação utilizada para a análise estatística foi o programa SPSS (Statistical Package for the Social Sciences, versão 15.0. Resultados: Dos 1400 doentes internados e tratados por TB activa entre 1999 e 2007, 175 doentes (12,5%, 118 homens e 57 mulheres, apresentaram pelo menos uma RA induzida pelos antibacilares, num total de 192 eventos. A hepatotoxicidade foi a RA mais prevalente (83/47,4%, seguindo-se a reacção cutânea (55/31,4% e a intolerância gastrintestinal (24/13,7%. Em 76 doen tes (43,4% as RA causaram o prolongamento do internamento. Constatou-se que a demora

  19. Avaliação de riscos teratogênicos em gestações expostas ao misoprostol Evaluation of the teratogenic risks in gestations exposed to misoprostol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emérita Sátiro Opaleye

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: a tentativa de aborto mal sucedida com o uso do misoprostol (Cytotec® sem indicação médica tem sido associada a malformações congênitas. Este estudo teve por objetivo identificar, em recém-nascidos malformados e controles normais, a frequência de exposição ao misoprostol e o espectro de malformações associadas. MÉTODOS: estudo de caso-controle desenvolvido em 2005 nas quatro principais maternidades públicas de Fortaleza (CE. Através de busca ativa diária, foram identificados recém-nascidos com diagnóstico de malformação fetal (caso e controles saudáveis de mesmo sexo nascidos em seguida na mesma maternidade (pareamento 1:1. A amostra foi de 252 parturientes entrevistadas por equipe treinada utilizando questionário estruturado com base no Estudo Colaborativo Latino-Americano de Malformações Congênitas (ECLAMC. Além de abordar questões sociodemográficas e histórico familiar de malformação, o questionário objetivou identificar exposições diversas durante a gestação, incluindo o misoprostol. A análise bivariada com teste do χ2 comparou os grupos quanto às características e fatores associados à malformação e foi calculada a Odds Ratio para verificar a razão de chances de o Grupo Caso apresentar malformação em relação ao Grupo Controle com relação à exposição ao misoprostol. RESULTADOS: não houve diferenças significativas entre os grupos caso e controle quanto à maioria dos fatores de riscos investigados para malformações. O relato de tentativa de aborto foi de 6,8%, havendo uma maior exposição ao misoprostol durante a gestação em neonatos malformados comparados a saudáveis, Odds Ratio (OR=3,65 (IC95%=0,74-17,91. O espectro de malformações encontradas entre os recém-nascidos expostos ao misoprostol foi compatível com a literatura, como os decorrentes de defeitos do tubo neural e disrupção vascular. CONCLUSÕES: os achados deste estudo, apesar de não apresentarem signific

  20. Fatores de risco para absenteísmo com licença médica em trabalhadores da indústria de petróleo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nágila Soares Xavier Oenning

    2014-02-01

    Full Text Available OBJETIVO : Identificar fatores de risco para o absenteísmo com licença médica em trabalhadores de empresa de petróleo. MÉTODOS : Estudo caso-controle (120 casos e 656 controles aninhado a um estudo de coorte retrospectivo com todos os trabalhadores de uma empresa de petróleo na Região Norte-Nordeste do Brasil entre 2007 e 2009. A variável resposta utilizada para representar o absenteísmo com licença médica foi a incidência média de faltas com licenças médicas no período, definida pela razão entre o total de dias de licenças médicas e os dias potencialmente trabalháveis no período. Análise de regressão logística foi utilizada para investigar a associação entre incidência média de faltas > 5,0% no período e as variáveis sexo, cargo, idade, tempo de atuação, regime de trabalho, tabagismo, hipertensão arterial, índice de massa corporal, atividade física, risco coronariano, sono, glicemia, diabetes não controlado, doença do aparelho cardiovascular, digestivo, aparelho locomotor, neurológica, neoplasia, posturas forçadas no trabalho, satisfação com o trabalho, relacionamento com a chefia e atenção concentrada no trabalho. RESULTADOS : A incidência média de faltas com licenças médicas > 5,0% no período da coorte foi 15,5%. O modelo logístico revelou que trabalhadores com incidência média de faltas > 5,0% tiveram 2,6 vezes mais chance de ser do sexo feminino; 2,0 vezes mais chance de ser fumante; 1,8 vez mais chance de ser ex-fumante, 2,2 vezes mais chance de relatar sono anormal e 10,5 vezes mais chance de estarem insatisfeitos com o trabalho do que trabalhadores com incidência média de faltas ≤ 5,0% no período. CONCLUSÕES : Sexo feminino, ser fumante ou ex-fumante, estar insatisfeito com o trabalho e relatar sono anormal são bons preditores de absenteísmo ao trabalho por doença.

  1. Indivíduos, estruturas e riscos: panorâmica da prevenção primária do HIV em Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Octávio Sacramento

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O texto debate as principais orientações e procedimentos que configuram a prevenção primária do HIV/AIDS em Portugal, prestando especial atenção à redução de riscos nos dois grandes cenários de propagação da epidemia: a sexualidade e o consumo de drogas injetáveis. Na análise, os riscos de infecção são considerados enquanto expressões de práticas densamente imbricadas em estruturas sociais e quadros culturais. À luz dessa concepção, procura-se avaliar e compreender em que medida as estratégias preventivas têm subjacente uma abordagem ampla e integradora, incluindo os indivíduos e as suas circunstâncias. Simultaneamente, são identificados alguns dos grandes constrangimentos estruturais que ainda se colocam à concretização de condições propícias à minimização de riscos e à adoção de comportamentos seguros. Nesses exercícios analíticos não se ponderam somente as orientações políticas e programáticas, mas também processos no terreno, de forma a mostrar-se como a não operacionalização de medidas já previstas e legisladas constitui, por si mesma, uma poderosa barreira estrutural à prevenção do HIV.

  2. A Vigilância Sanitária no controle de riscos potenciais em serviços de hemoterapia no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Batista Silva Júnior

    Full Text Available RESUMO O artigo descreve a situação sanitária dos serviços de hemoterapia avaliados pela Vigilância Sanitária em 2011 e 2012 por meio do Método de Avaliação de Risco Potencial de Serviços de Hemoterapia (MARPSH, classificando-os em cinco categorias: Baixo, Médio-Baixo, Médio, Médio-Alto e Alto. Dos 560 avaliados, houve acréscimo de 9% nos classificados como de baixo risco e queda de 6% entre os de alto. Os principais problemas foram encontrados na região Norte, em agências transfusionais e serviços públicos. Destacaram-se não conformidades relacionadas à gestão da qualidade, de pessoal e de equipamentos. Apesar das melhorias observadas, notaram-se serviços críticos com comprometimento à segurança e à eficácia dos produtos e serviços.

  3. Avaliação das alterações hemostáticas e do risco tromboembólico em cães com AHIM

    OpenAIRE

    Moraes, Lívia F.; Takahira, Regina K.; Golim, Marjorie de A.; Baggio, Márcia S.

    2016-01-01

    Resumo: A anemia hemolítica imuno-mediada (AHIM) é a causa mais comum dentre as anemias hemolíticas e a doença imuno-mediada de maior prevalência em cães, incluindo causas primárias e secundárias. As AHIM tem sido associadas a estados de hipercoagulabilidade, sendo o tromboembolismo a complicação mais comum. Este estudo teve como objetivo correlacionar as possíveis alterações hemostáticas e o risco tromboembólico nas AHIM e nas anemias por outras etiologias. Para tanto, foram selecionados 76 ...

  4. Revisao de 15 casos submetidos a oclusao temporaria bilateral de arteria iliaca interna em pacientes com alto risco para hemorragia obstetrica

    OpenAIRE

    Krutman,Mariana; Galastri,Francisco Leonardo; Affonso,Breno Boueri; Nasser,Felipe; Travassos,Fabiellen Berzoini; Messina,Marcos de Lourenco; Wolosker,Nelson

    2013-01-01

    OBJETIVO: Analisar os resultados de 15 pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, submetidas ao implante de catéteres balão profilático para oclusão temporária das artérias hipogástricas. MÉTODOS: Uma análise retrospectiva foi realizada com base em prontuários de 15 pacientes submetidas ao implante de catéteres balão profilático, de janeiro/2008 a dezembro/2011. Todas as pacientes incluídas no estudo f...

  5. Risco de distúrbios psiquiátricos menores em área metropolitana na região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Maria de Fátima Marinho

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e analisar as características associadas ao risco de ocorrência de distúrbios psiquiátricos menores para a categoria de motoristas e cobradores de ônibus urbanos na cidade de São Paulo (Brasil, em 1990. METODOLOGIA: Estudou-se a prevalência dos distúrbios psiquiátricos menores (DPM em uma amostra de 925 motoristas e cobradores, controlando e identificando as variáveis de confundimento existentes, através da análise de regressão logística, utilizando-se um modelo progressivo, passo a passo. RESULTADOS: Observou-se uma prevalência de DPM de 20,3% no conjunto dos dois grupos de trabalhadores, sendo significativamente maior entre os cobradores (28% do que entre os motoristas (13% (p < 0,0001. A análise de regressão logística mostrou o trânsito intenso (or = 1,99; com intervalo de confiança de 95% = 1,39-2,84 e a condição ocupacional de cobrador (or = 1,84; ic95% = 1,09-3,10 como os fatores de maior risco para os DPM. Além desses, mostraram-se fatores de risco, o déficit de sono (dormir menos que 6 horas diárias, o absenteísmo, utilização de banco sem mecanismos de regulagem, migração da região Nordeste e alterações na escala de trabalho. CONCLUSÕES: O risco para a categoria ocupacional cobrador sugere a importância deste trabalho específico como determinante do sofrimento psíquico, levando a considerar-se a relação com os passageiros como um possível fator de risco, pois esta é nuclear no trabalho do cobrador. Recomenda-se a realização de novos estudos que busquem entender melhor a relação com os passageiros, a especificidade do trabalho do cobrador e do motorista e seus problemas de saúde, de modo a subsidiar-se mudanças na organização do trabalho do sistema.

  6. Risco de distúrbios psiquiátricos menores em área metropolitana na região Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Marinho Souza

    1998-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e analisar as características associadas ao risco de ocorrência de distúrbios psiquiátricos menores para a categoria de motoristas e cobradores de ônibus urbanos na cidade de São Paulo (Brasil, em 1990. METODOLOGIA: Estudou-se a prevalência dos distúrbios psiquiátricos menores (DPM em uma amostra de 925 motoristas e cobradores, controlando e identificando as variáveis de confundimento existentes, através da análise de regressão logística, utilizando-se um modelo progressivo, passo a passo. RESULTADOS: Observou-se uma prevalência de DPM de 20,3% no conjunto dos dois grupos de trabalhadores, sendo significativamente maior entre os cobradores (28% do que entre os motoristas (13% (p < 0,0001. A análise de regressão logística mostrou o trânsito intenso (or = 1,99; com intervalo de confiança de 95% = 1,39-2,84 e a condição ocupacional de cobrador (or = 1,84; ic95% = 1,09-3,10 como os fatores de maior risco para os DPM. Além desses, mostraram-se fatores de risco, o déficit de sono (dormir menos que 6 horas diárias, o absenteísmo, utilização de banco sem mecanismos de regulagem, migração da região Nordeste e alterações na escala de trabalho. CONCLUSÕES: O risco para a categoria ocupacional cobrador sugere a importância deste trabalho específico como determinante do sofrimento psíquico, levando a considerar-se a relação com os passageiros como um possível fator de risco, pois esta é nuclear no trabalho do cobrador. Recomenda-se a realização de novos estudos que busquem entender melhor a relação com os passageiros, a especificidade do trabalho do cobrador e do motorista e seus problemas de saúde, de modo a subsidiar-se mudanças na organização do trabalho do sistema.

  7. Riscos no ambiente de trabalho no setor de panificação: um estudo de caso em duas indústrias de biscoitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Mota de Vasconcelos

    2015-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo identificar e analisar os riscos no ambiente de trabalho no setor de panificação em duas indústrias de fabricação de biscoitos de pequeno porte. O levantamento de dados foi feito de forma qualitativa, com identificação e avaliação dos fatores de riscos ambientais ocupacionais (físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes, observando as normas ISO 14001, OHSAS 18001, AS/NZS 4360, NBR 14009, NBR 14153 e as Normas Regulamentadoras (NR do Ministério do Trabalho e Emprego. Também foram realizadas medições dos índices de exposição ao ruído e ao calor, conforme a NR 15 e do nível de iluminância nos ambientes, conforme a NR 17. As empresas (denominadas “A” e “B” apresentaram níveis de riscos distintos, classificados como triviais, toleráveis, moderados e substanciais. Dos parâmetros de riscos avaliados, identificou-se que a empresa “B” foi a que apresentou maior exposição ao risco com potencial de causar danos à saúde e à integridade física dos seus trabalhadores, havendo necessidade imediata de intervenção. A partir das indústrias avaliadas, foi possível verificar que, mesmo em meio às exigências legais, as questões relacionadas à saúde e segurança no trabalho são muitas vezes consideradas como fator secundário. Os cuidados relacionados à qualidade, higiene e segurança dos seus produtos são sempre priorizados. Ressalta-se que os gastos efetuados com a prevenção de acidentes e doenças do trabalho devem ser vistos como investimentos, uma vez que poderão contribuir para melhor qualidade de vida dos profissionais, com possibilidades de maximização das atividades por eles desempenhadas.

  8. Avaliação dos riscos de acidentes em atividades de poda de árvores na arborização urbana do distrito federal Tree pruning accident risk assessment in urban landscaping of the Federal District - Brazil

    OpenAIRE

    Nilton César Fiedler; Eduardo Hideki Sone; Ailton Teixeira do Vale; José de Fátima Juvêncio; Luciano José Minette

    2006-01-01

    Esta pesquisa teve por objetivo avaliar os riscos de acidentes em atividades de poda de árvores na arborização urbana do Distrito Federal. A coleta de dados foi feita com a aplicação de um questionário em forma de entrevista individual. Responderam ao questionário 94% dos funcionários, sendo 92% do total dos operadores de motosserra e 95% do total de auxiliares. Além disso, foi realizada uma avaliação qualitativa do risco de acidentes nas máquinas e equipamentos de poda e nos veículos de tran...

  9. Prevalência de indicadores de risco para surdez em neonatos em uma maternidade paulista Prevalence of deafness risk indicators in newborns in a São Paulo' upcountry materninty hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bárbara Carolina Teixeira Amado

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar os indicadores de risco para perda auditiva em recém-nascidos de um hospital da rede pública de Campinas - São Paulo, no período de julho de 2007 a janeiro de 2008. MÉTODOS: a amostra foi composta por 589 protocolos de neonatos avaliados no Programa de Triagem Auditiva Neonatal Universal, no período. RESULTADOS: do total de protocolos estudados, 152 (25,8% evidenciaram presença de indicadores de risco para surdez em neonatos. Dentre eles, os mais prevalentes, em ordem decrescente, foram: antecedentes familiares (26,3%, boletim Apgar de 0 a 4 no primeiro minuto (23,6%, uso de medicamentos ototóxicos (23,6%, permanência em incubadora (22,3%, hiperbilirrubinemia (21,7% e permanência em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (18,4%. CONCLUSÃO: o número de indicadores de risco encontrados por neonato variou de um a seis. Dentre os neonatos com indicadores de risco, apenas um bebê falhou nas três avaliações realizadas na triagem auditiva, sendo que, de acordo com seu protocolo, ele apresentava três indicadores de risco para surdez.PURPOSE: to identify the hearing loss risk indicators in newborns at a public hospital facility in Campinas - São Paulo, in the period from July 2007 to January 2008. METHODS: sample composed of 589 protocols of newborns evaluated in the Program of Universal Hearing Screening during the considered period. RESULTS: 152 protocols (25.8% showed hearing loss risk indicators. Among them, the most prevalent were, in decreasing order: family antecedents (26.3 %; Apgar index from 0 to 4 in the first minute (23.6%; ototoxic drug use (23.6 %, incubator permanence (22.3%, hyperbilirubinemia of the newborn (21.7% and permanence in Neonatal Intensive Care Unit (18.4%. CONCLUSION: the number of risk indicators found per newborn ranged from 1 to 6. Among the newborns with hearing loss risk indicators, just one baby failed in the three evaluations conducted in the hearing screening program. This baby

  10. Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Tavares

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. A yes answer on one of the six interview questions was considered a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73 times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96 times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. Uma resposta afirmativa a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73 em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96 àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um n

  11. Gerenciamento do risco em aeroportos durante intervenções de manutenção = Airport risk management during works and services

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bezerra, George Christian Linhares

    2011-01-01

    Full Text Available Sob a perspectiva da segurança operacional, as intervenções em aeroportos para realização de manutenção representam significativa alteração no padrão das operações, com impacto sobre a segurança e acarretando perigos diversos. A existência de requisitos regulamentares para que a administração do aeroporto possa garantir a segurança das operações durante a realização de obras e serviços reflete a importância atribuída pelo regulador, contudo o nível de prescrição da regra não induz diretamente uma prática. Com essa liberdade, a apresentação de uma proposta de estrutura de referência para o gerenciamento do risco durante intervenções no sistema de pista se faz oportuna, sendo o objetivo do artigo. A aplicação da proposta é ilustrada por meio de um cenário de realização de serviço de remoção de acúmulo de borracha. Fundamentada sobre o referencial de gerenciamento de risco proposto pela ICAO, a proposta traz um conjunto de atividades agrupáveis em etapas e relaciona os resultados esperados para cada uma das atividades

  12. Fatores de risco para prematuridade em recém-nascidos de mães com pré-eclampsia

    OpenAIRE

    LIMA, Antonio Carlos Fernandes Barbosa

    2007-01-01

    Introdução: A pré-eclampsia é a complicação mais freqüente da clínica obstétrica e ocorre em uma média de 6 a 10% das gestações. A causa da pré-eclampsia ainda está por ser descrita, com conseqüências na eficácia do seu tratamento. A doença é uma importante causa de prematuridade, motivada pela interrupção eletiva da gravidez para a diminuição de riscos maternos e fetais. Em decorrência desta peculiaridade o estudo deste tipo específico de prematuridade deve ser feito através d...

  13. Co-construir o tempo : avaliação de um curso de formação parental e parentalidade masculina positiva em contexto de risco

    OpenAIRE

    Ferreira, Luana Cunha

    2008-01-01

    Tese de mestrado integrado em Psicologia (Psicologia Clínica da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008 A formação parental surge como uma resposta às necessidades das famílias, particularmente às famílias multidesafiadas e/ou em contextos de risco. Através de uma abordagem eco-sistémica, esta investigação propõe-se avaliar um curso de formação parental do Centro de Apoio Famili...

  14. A melanoma risk score in a Brazilian population Um escore de risco para melanoma em uma população brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucio Bakos

    2013-04-01

    Full Text Available BACKGROUND: Important risk factors for cutaneous melanoma (CM are recognized, but standardized scores for individual assessment must still be developed. OBJECTIVES: The objective of this study was to develop a risk score of CM for a Brazilian sample. METHODS: To verify the estimates of the main risk factors for melanoma, derived from a meta-analysis (Italian-based study, and externally validate them in a population in southern Brazil by means of a case-control study. A total of 117 individuals were evaluated. Different models were constructed combining the summary coefficients of different risk factors, derived from the meta-analysis, multiplied by the corresponding category of each variable for each participant according to a mathematical expression. RESULTS: the variable that best predicted the risk of CM in the studied population was hair color (AUC: 0.71; 95% CI: 0.62-0.79. Other important factors were freckles, sunburn episodes, and skin and eye color. Consideration of other variables such as common nevi, elastosis, family history, and premalignant lesions did not improve the predictive ability of the models. CONCLUSION: The discriminating capacity of the proposed model proved to be superior or comparable to that of previous risk models proposed for CM. FUNDAMENTOS: importantes fatores de risco para melanoma cutâneo são reconhecidos, mas escores padronizados para avaliação individual ainda precisam ser elaborados. OBJETIVOS: o objetivo deste estudo foi desenvolver um escore de risco de melanoma cutâneo para uma amostra brasileira. MÉTODOS: verificar as estimativas dos principais fatores de risco para melanoma, derivado de uma meta-análise (estudo de base italiano e, externamente, validar em uma população do sul do Brasil por um estudo caso-controle. Um total de 117 indivíduos foram avaliados. RESULTADOS: a variável com maior poder preditivo para o risco de melanoma cutâneo na população estudada foi a cor do cabelo (AUC: 0

  15. Prevalência de fatores de risco para doenças cardiovasculares entre homens de uma população urbana do Sudeste do Brasil Prevalence of risk factors for cardiovascular diseases in an urban male population in Southeast Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Beatriz Braga Dell'Orto Van Eyken

    2009-01-01

    Full Text Available O monitoramento dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares vem sendo indicado em todo o mundo. Nesse sentido, o objetivo do estudo foi estimar a prevalência de tabagismo, sobrepeso/obesidade, atividade física insuficiente, hipertensão arterial e pressão arterial limítrofe entre homens adscritos à Estratégia Saúde da Família em área urbana de Juiz de Fora, Minas Gerais, Região Sudeste do Brasil. Foi realizado um inquérito domiciliar com 217 homens, entre 20 e 49 anos, selecionados por meio de amostragem sistemática baseada em listagem de moradores desta faixa etária. O sobrepeso/obesidade foi o fator de risco de maior freqüência (43,3%; IC95%: 36,6-50,2. Os sedentários e irregularmente ativos fisicamente totalizaram 28% (IC95%: 22,2-34,6. O consumo de cigarros era hábito de 25,3% (IC95%: 19,7-31,7 da população. Foram classificados como hipertensos 24% (IC95%: 18,4-30,2 dos entrevistados e 19,4% (IC95%: 14,3-25,2 com pressão arterial limítrofe. A simultaneidade de dois ou mais fatores de risco foi encontrada em 45,2% da população. A magnitude das prevalências sugere que é preciso intensificar as estratégias de promoção de saúde voltadas para a população masculina.Surveillance of cardiovascular risk factors has been recommended worldwide. The current study aimed to estimate the prevalence of smoking, overweight/obesity, insufficient physical activity, arterial hypertension, and pre-hypertension among men covered by the Family Health Program in urban Juiz de Fora, Minas Gerais State, in Southeast Brazil. A household survey was performed with a systematic sample of 217 men 20 to 49 years of age, from a list of residents within this age range. Prevalence of risk factors was high, with overweight/obesity the most frequent (43.3%; 95%CI: 36.6-50.2. Men classified as sedentary or with irregular physical activity totaled 28% (95%CI: 22.2-34.6. Smoking was reported by 25.3% (95%CI: 19.7-31.7. Overt hypertension

  16. Técnicas de Big Data e Projeção de Risco de Mercado utilizando Dados em Alta Frequência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcides Carlos Araújo

    2016-12-01

    Full Text Available De acordo com White (2012, o mundo passa por um período denominado de “Era dos Dados”, em que o “universo digital” poderá ter um tamanho de 44 zetabytes em 2020. Um dos fatores para o crescimento do número de dados são as operações em alta frequência em bolsas de valores, estas cresceram significativamente nos últimos anos. Neste contexto, torna-se difícil mensurar a volatilidade durante o dia devido à quantidade de negociações em tempo real. Neste caso, deve-se calcular adequadamente as medidas de volatilidade para que realmente o risco seja percebido pelo operador. O objetivo deste artigo é apresentar uma metodologia para obter a volatilidade futura a partir da extração dos dados e do cálculo da volatilidade por meio de técnicas de Big Data. Para atender o objetivo foram analisadas todas as ações existentes no banco de dados da BOVESPA. Neste artigo, foram selecionadas as 10 ações mais negociadas no período entre os anos de 2012 a 2014 para apresentação dos resultados. Na primeira fase, desenvolveram-se as funções para tratamento dos dados e estimação das medidas de risco utilizando-se da linguagem de programação Python. Na segunda fase utilizou-se o Apache Hadoop e o MapReduce (com o Hadoop Streaming para o cálculo distribuído da estimação do modelo de volatilidade. Para estimar a Volatilidade Percebida foram utilizadas séries de preços ponderados pelo volume no intervalo de 5 minutos. Como método de projeção foi utilizado o modelo HAR-RV, proposto em Corsi (2003. Como resultados, foram desenvolvidas implementações em Python para estimação da Volatilidade Percebida e implementações em Apache Hadoop e MapReduce (com o Hadoop Streaming para projeção da Volatilidade. Os resultados das estimativas e projeções ocorreram conforme esperado pela literatura.

  17. Hipertrofia ventricular e mortalidade cardiovascular em pacientes de hemodiálise de baixo nível educacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana dos Santos e Silva Martin

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertrofia ventricular esquerda é potente preditor de mortalidade em renais crônicos. Estudo prévio de nosso grupo mostrou que renais crônicos com menor escolaridade têm hipertrofia ventricular mais intensa. OBJETIVO: Ampliar estudo prévio e verificar se a hipertrofia ventricular esquerda pode justificar a associação entre escolaridade e mortalidade cardiovascular de pacientes em hemodiálise. MÉTODOS: Foram avaliados 113 pacientes entre janeiro de 2005 e março de 2008 e seguidos até outubro de 2010. Foram traçadas curvas de sobrevida comparando a mortalidade cardiovascular, e por todas as causas dos pacientes com escolaridade de até três anos (mediana da escolaridade e pacientes com escolaridade igual ou superior a quatro anos. Foram construídos modelos múltiplos de Cox ajustados para as variáveis de confusão. RESULTADOS: Observou-se associação entre nível de escolaridade e hipertrofia ventricular. A diferença estatística de mortalidade de origem cardiovascular e por todas as causas entre os diferentes níveis de escolaridade ocorreu aos cinco anos e meio de seguimento. No modelo de Cox, a hipertrofia ventricular e a proteína-C reativa associaram-se à mortalidade por todas as causas e de origem cardiovascular. A etiologia da insuficiência renal associou-se à mortalidade por todas as causas e a creatinina associou-se à mortalidade de origem cardiovascular. A associação entre escolaridade e mortalidade perdeu significância estatística no modelo ajustado. CONCLUSÃO: Os resultados do presente trabalho confirmam estudo prévio e demonstram, ademais, que a maior mortalidade cardiovascular observada nos pacientes com menor escolaridade pôde ser explicada por fatores de risco de ordem bioquímica e de morfologia cardíaca.

  18. Mortalidade em Recife: aplicação de um modelo de riscos competitivos Mortality in Recife: application of a competitive risks model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neir Antunes Paes

    1985-06-01

    Full Text Available É apresentada a metodologia de Chiang para a construção de Tábuas de Vida de Múltiplo Decremento, aplicadas à população residente do município de Recife, em 1979, para se avaliar a magnitude de incidência de alguns grupos de causas de morte, segundo a probabilidade de morte, sobrevivência e esperança de vida. A média de vida encontrada para os homens foi de 55,43 anos e para as mulheres foi de 62,41 anos. A eliminação total dos grupos de causas como fatores de risco de morte, propiciou os seguintes ganhos na esperança de vida, para homens e mulheres, respectivamente: doenças infecciosas e parasitárias (7,9 e 8,1 anos, neoplasmas malignos (6,0 e 6,6 anos, doenças do aparelho circulatório (10,4 e 10,8 anos, doenças do aparelho respiratório (6,5 e 6,7 anos e causas externas (7,0 e 5,2 anos. Concluiu-se que o nível de saúde do município de Recife refletiu, em 1979, um quadro social e econômico não homogêneo, com uma alta mortalidade por doenças degenerativas, características de regiões desenvolvidas e, também, por doenças infecciosas e parasitárias, próprias de regiões pouco desenvolvidas.The methodology of Chiang for the construction of the Decrement of Multiple Life Tables as applied to the resident population of the municipality of Recife, PE, Brazil, in 1979, is presented so as to evaluate the magnitude of the incidence of some groups of causes of death, according to the probability of death, survival and life expectancy. The average life for men was 55.43 years and for women 62.41 years. The total elimination of the groups of causes, as agents of the risk of death created the following gains in life expectancy, for men and women respectively: infection and parasitic diseases (7.9 and 8.1 years, malignant neoplasms (6.0 and 6.6 years, cardiovascular diseases (10.4 and 10.8 years, respiratory diseases (6.5 and 6.7 years and external causes (7.0 and 5.2 years. It is concluded that the standard of health of the

  19. Revisao de 15 casos submetidos a oclusao temporaria bilateral de arteria iliaca interna em pacientes com alto risco para hemorragia obstetrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Krutman

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os resultados de 15 pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, submetidas ao implante de catéteres balão profilático para oclusão temporária das artérias hipogástricas. MÉTODOS: Uma análise retrospectiva foi realizada com base em prontuários de 15 pacientes submetidas ao implante de catéteres balão profilático, de janeiro/2008 a dezembro/2011. Todas as pacientes incluídas no estudo foram diagnosticadas no período antenatal com doença placentária associada a alto risco de hemorragia obstétrica. RESULTADOS: A média de idade das pacientes estudadas foi de 36 anos (32-42 anos. Nove pacientes eram portadoras de acretismo placentário, quatro possuíam placenta prévia, uma estava com gestação ectópica e uma apresentava miomatose uterina e coagulopatia associada a Lupus Eritematosos Sistêmico. O volume total de contraste utilizado para o procedimento variou entre 20 e 160 ml (média de 84 ml. A média do número total de dias de internação e o número de dias de internação após o procedimento foram, respectivamente, 12,4 e 4,9 dias. Em oito (53% casos, não houve necessidade de transfusão sanguínea no intraoperatório ou após a cirurgia. A média do número de unidades de sangue transfundida foi 2,06. A única complicação associada ao procedimento foi a trombose arterial de artéria ilíaca externa, observada em dois casos. CONCLUSÃO: A oclusão temporária de artérias hipogástricas é um método seguro e efetivo para controle de hemorragia em pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, quando realizado por equipe experiente. Os resultados deste estudo são observacionais, retrospectivos e não randomizados; portanto, não podemos apoiar o uso rotineiro dessa técnica, mas podemos incluí-la no arsenal de recursos para casos selecionados com potencial para sangramento.

  20. Análise do risco ruído em indústria de confecção de roupa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Dalapicula Barcelos

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo : verificar a presença do ruído em indústria de confecção de roupas, visto que este risco é pouco difundido nas pesquisas relacionadas a este ambiente de trabalho.Métodos : a empresa escolhida foi uma fábrica de confecção de roupa localizada em Colatina no Espírito Santo/Brasil. Foram analisados os dois setores com maior risco ruído na empresa, após a exclusão dos funcionários com menos de cinco anos de trabalho neste local, totalizamos uma amostra de seis funcionários. Os trabalhadores selecionados responderam questionário sobre informações e sintomas auditivos e posteriormente, foram analisadas as audiometrias realizadas nos últimos cinco anos.Resultados : por meio de medições realizadas nos setores analisados, constatou-se produção de ruído de 83,5 a 97,8 dB(A. Após observar o histórico das audiometrias, obteve-se 83% dos trabalhadores, destes setores, sem perda auditiva, 16% com perda ocupacional, sendo classificada como estável. Os dados levantados no questionário revelaram que 33% dos trabalhadores sentem-se irritados quando expostos a sons elevados, 50% sentem-se estressados após a jornada de trabalho, e nenhum trabalhador relatou queixa de zumbido, insônia ou dificuldade em entender as pessoas.Conclusão : este ambiente de trabalho apresenta risco ruído, uma vez constatados os níveis de pressão sonora no qual os trabalhadores são expostos durante a jornada de trabalho, bem como a presença de perda auditiva ocupacional, mesmo em menor escala – atribuído ao tempo mínimo de cinco anos de serviços prestados utilizado na pesquisa.

  1. Desenvolvimento de um nanosensor para a deteção de risco de doenças cardiovasculares

    OpenAIRE

    Justino, Celine Isabelle Lopes

    2013-01-01

    The incidence of cardiovascular diseases (CVD) has been increasing according to the European and global statistics. Thus, the development of new analytical devices, such as biosensors for assessing the risk of CVD could become a valuable approach for the improvement of healthcare service. In latest years, the nanotechnology has provided new materials with improved electronic properties which have an important contribution in the transduction mechanism of biosensors. Thus, in this thesis, bios...

  2. Avaliação do risco microbiológico decorrente do reuso de águas cinza em uma edificação residencial de alto padrão.

    OpenAIRE

    OLIVEIRA, L. O. V.

    2009-01-01

    Qualquer atividade de reúso da água implica em considerações relativas à proteção da saúde. Nos casos de reúso de maior porte uma análise de riscos pode ser aplicada, a fim de avaliar os riscos envolvidos. Este trabalho tem como objetivo promover a caracterização físico-química e microbiológica da água cinza produzida em uma edificação residencial de alto padrão, no Município de Vitória (ES), e avaliar o risco microbiológico envolvido no reúso ao longo de todo o sistema hidro-sanitário da ed...

  3. Risk factors for bronchopulmonary dysplasia in five Portuguese neonatal intensive care units Factores de risco de displasia broncopulmonar em cinco unidades portuguesas de cuidados intensivos neonatais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hercília Guimarães

    2010-06-01

    Full Text Available The pathogenesis of bronchopulmonary dysplasia (BPD is clearly multifactorial. Specific pathogenic risk factors are prematurity, respiratory distress, oxygen supplementation, mechanical ventilation (MV, inflammation, patent ductus arteriosus (PDA, etc. Aim: To evaluate BPD prevalence and to identify risk factors for BPD in five Portuguese Neonatal Intensive Care Units in order to develop better practices the management of these newborns. Material and methods: 256 very low birth weight infants with gestational age (GA 0.30 (85 vs 5 days, respectively in BPD and no BPD patients, pA displasia broncopulmonar (DBP é multifactorial. Prematuridade, doença da membrana hialina, oxigénio, ventilação mecânica, inflamação e canal arterial são alguns dos factores na sua patogénese. Objectivo: Avaliar a prevalência da DBP e seus factores de risco em cinco unidades portuguesas, para implementar boas práticas no tratamento deste doentes. Material e métodos: 256 recém-nascidos (RN com idade gestacional (IG 0,30 (85 vs 5 dias, respectivamente nos doentes com e sem DBP, p<0,001. Comentários: Os factores de risco de DBP mais relevantes foram o baixo peso, a doença da membrana hialina grave, a duração da ventilação mecânica e da oxigenoterapia e a sépsis. A implementação das boas práticas para reduzir a lesão pulmonar nos RN deve ser dirigida para melhorar as práticas que reduzem estes factores de risco.

  4. Associação entre risco de disfagia e risco nutricional em idosos internados em hospital universitário de Brasília Association between risk of dysphagia and nutritional risk in elderly inpatients at a univesity hospital of Brasília, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Rolim Vieira Maciel

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Investigar a associação entre o grau de risco de disfagia e o risco nutricional dos pacientes idosos internados na clínica médica do Hospital Universitário de Brasília. MÉTODOS: Estudo transversal, analítico, original, observacional, não-controlado, com amostra de conveniência e estratificada. Foram aplicados a Mini Avaliação Nutricional e o questionário de risco de disfagia em 49 pacientes idosos nas primeiras 48 horas após admissão na clínica médica, em setembro de 2006. RESULTADOS: A freqüência de idosos foi maior na faixa etária entre 60-74 anos 11meses (78%, com média de idade de 69 anos, sendo 41% mulheres e 59% homens. A proporção de risco de disfagia dos pacientes idosos foi de 69% e do estado nutricional inadequado de 71%, valor elevado principalmente entre as mulheres. Ambos os sexos se encontram em risco nutricional, masculino (20,5, Desvio-padrão - DP=5 e feminino (19, DP=6. O estudo mostrou que as mulheres apresentam uma tendência maior para risco de disfagia, porém os homens apresentam um quadro de maior gravidade (risco moderado. Foi encontrada uma correlação negativa moderada entre os valores de risco de disfagia e seus respectivos scores da Mini Avaliação Nutricional. CONCLUSÃO: Foi verificado neste estudo que os idosos apresentam dois agravantes de sua qualidade de vida: estado nutricional e disfagia, que podem ser agudizados na internação hospitalar.OBJECTIVES: This study aimed to verify the association between the degree of risk of dysphagia and nutritional risk of elderly inpatients at the medical clinic of Brasília´s University Hospital. METHODS: This is a cross-sectional, analytic, original, observational, uncontrolled study with convenience and stratified sample. The Mini Nutritional Assessment and a questionnaire to assess risk of dysphagia were administered to 49 elderly patients within the first 48 hours after admission to the medical clinic, in September 2006. RESULTS

  5. AVALIAÇÃO DO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ALUNAS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PARTICULARES, ARACAJU - SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA DE FáTIMA MELO SILVEIRA

    2009-09-01

    Full Text Available

    Os transtornos alimentares são quadros psiquiátricos caracterizados por uma grave perturbação do comportamento alimentar, sendo a Anorexia e Bulimia Nervosa os dois tipos principais, os quais afetam principalmente adolescentes femininas e adultas jovens. O objetivo do trabalho foi avaliar o risco de alunas do ensino médio em escolas particulares de Aracaju-SE de desenvolverem transtornos alimentares dos tipos Anorexia e Bulimia Nervosa. Utilizou-se um questionário autopreenchível (com validação primária em 320 alunas, de 14 a 18 anos de idade, que aceitaram responder às questões sobre comportamento alimentar, imagem corporal, entre outras. O risco de desenvolvimento de transtornos alimentares na população avaliada foi evidenciado por determinadas manifestações, como a prática de dietas (39,0%, uso de medicamentos para emagrecer (10,8%, consumo compulsivo excessivo de alimentos (40,7% e eventos bulímicos (7,8%. Tendo em vista que a insatisfação corporal é um dos fatores principais que modulam a gênese dos distúrbios alimentares, o desgosto pelo próprio corpo (40,3%, apresentado pelas alunas analisadas, revelou a possibilidade de desenvolverem Anorexia e Bulimia Nervosa. Os resultados indicam a substancial necessidade de prevenção desses transtornos por meio de folderes e palestras, além da capacitação de profissionais da saúde e professores de ensino médio para a detecção do problema.

  6. Alimentação como fator de risco para câncer de intestino em universitários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane Almeida

    2017-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar a qualidade da alimentação de universitários como fator de risco para câncer de intestino. Métodos: Estudo transversal com 100 universitários do curso de Gastronomia de uma instituição de ensino privada em Montes Claros, Minas Gerais. Aferiu-se o índice de massa corporal (IMC. Coletaram-se o comportamento alimentar, prática de atividade física e a frequência alimentar. Utilizou-se a análise descritiva. Resultados: A partir dos resultados, verificou-se que 46% (n=46 dos estudantes estavam com a massa corporal elevada, ou seja, IMC ≥ 25 kg/m2 (sobrepeso e obesidade. A análise dos hábitos alimentares demonstrou mudança de peso corporal em 44% dos entrevistados, destes 25% apresentou ganho de massa corporal. Dentre os entrevistados, 41% alegou consumir embutidos, pizzas e fast foods dentre outros, e 57% relatou consumir alimentos industrializados de 1 a 3 vezes por semana. Os alimentos ricos em açúcar (café com açúcar, refrigerantes e chocolate eram consumidos diariamente por 71%, 30% e 24% dos participantes. O consumo de grãos (chia, linhaça e quinoa foi relatado por 7%. Conclusão: Observou-se alto consumo de alimentos processados e/ou industrializados com alto teor de gorduras e açúcares, juntamente com uma baixa ingestão de grãos. Essa conjuntura alimentar associada a um estilo de vida sedentário são fatores de risco para a instalação de um quadro de neoplasia.

  7. Fatores psicológicos de risco e protetores associados à ideação Suicida em Adolescentes

    OpenAIRE

    Brás, Marta; Jesus, Saul; Carmo, Cláudia

    2016-01-01

    Os adolescentes são referenciados como um grupo de risco de suicídio, no Plano Nacional de Prevenção do Suicídio (DGS, 2013), pelo que importa estudar a sua vulnerabilidade psicológica para os atos suicidas. O presente estudo teve como principal objetivo estudar a relação dos fatores psicológicos de risco e de proteção com a ideação suicida. A amostra foi constituída por 344 adolescentes, com idades compreendidas entre os 14 e os 19 anos (M = 16,97; DP = 1,11), dos quais 144 eram do sexo masc...

  8. Análise dos fatores de risco relacionados às amputações maiores e menores de membros inferiores em hospital terciário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Seleno Glauber de Jesus-Silva

    Full Text Available Resumo Contexto As amputações dos membros inferiores, sejam definidas como maiores ou menores, são um grave problema de saúde, com altos índices de morbimortalidade e de relevante impacto social. Diferentes características clínicas dos pacientes parecem estar relacionadas aos diferentes tipos de amputação realizados. Objetivos Analisar os fatores de risco presentes em pacientes submetidos a amputações de membros inferiores em hospital terciário. Métodos Estudo retrospectivo, transversal, envolvendo 109 pacientes submetidos a amputação de membro inferior em um período de 31 meses, através da análise de gênero e idade, 15 dados clínicos e cinco parâmetros laboratoriais presentes no momento da admissão. Os dados foram submetidos a estatística descritiva e comparativa através do teste t de Student não pareado (para variáveis numéricas, e dos testes de Mann-Whitney e exato de Fisher (para variáveis categóricas. Resultados Das 109 amputações realizadas, 59 foram maiores e 50 menores. A maioria dos pacientes era do gênero masculino (65%, e a média de idade foi de 65 anos (mín. 39, máx. 93. Dentre os fatores de risco observados, idade avançada, acidente vascular encefálico, isquemia, sepse e níveis baixos de hemoglobina e hematócrito estavam estatisticamente mais relacionados às amputações maiores (p < 0,05. Diabetes melito, neuropatia e pulsos distais palpáveis foram fatores mais associados às amputações menores. Conclusões Os níveis das amputações de membros inferiores estão relacionados a diferentes fatores de risco. Os quadros isquêmicos mais graves e de maior morbidade estiveram associados a amputações maiores, enquanto a neuropatia e perfusão preservada, mais relacionados às amputações menores.

  9. Risk factors relating to helminth infections in cows during the peripartum Fatores de risco relacionados à infecção por helmintos em vacas durante o periparto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jenevaldo Barbosa da Silva

    2012-06-01

    Full Text Available The aim of this study was to investigate whether season, lactation number, breed standard and milk production were risk factors relating to occurrences of gastrointestinal nematodes in dairy cows during the peripartum period. Eighty-four cows were randomly selected through proportional stratified sampling. In order to analyze the fecal egg per gram (EPG count, the data were subjected to the Spearman test, Kruskal-Wallis test at 5% significance and linear regression. At the time of calving, the cows showed high EPG counts in relation to all variables analyzed. Among the animals studied, we observed that purebred Holstein cows at their first lactation and with high milk production showed high EPG counts (600 and comprised the group most at risk within the herd studied. In this group, the animals showed moderate EPG during the prepartum period (300 and a significant increase (p O objetivo foi investigar a estação do ano, número de lactações, padrão racial e produção de leite como fatores de risco relacionados à ocorrência de helmintos gastrintestinais em vacas durante o periparto. Foram selecionadas randomicamente 84 vacas através de amostragem estratificada proporcional. Para análise dos resultados da contagem de ovos por grama de fezes (OPG, foram utilizados os testes de Spearman , Kruskal-Wallis a 5% de significância e regressão linear. Entre os fatores de risco avaliados, o parto esteve associado à elevada contagem de OPG em todos os grupos estudados. Por ocasião do parto, as vacas apresentaram alta contagem de OPG em relação a todas as variáveis analisadas. Dentre os animais estudados, observou-se que vacas holandesas puras de primeira lactação e de alta produção leiteira apresentaram elevada contagem de OPG (600, constituindo o grupo de maior risco dentro do rebanho estudado. Nesse grupo, observou-se que os animais apresentaram contagem de OPG moderada no pré-parto (300, com aumento significativo (p < 0.01 na contagem

  10. Análise dos fatores de risco relacionados às amputações maiores e menores de membros inferiores em hospital terciário

    Science.gov (United States)

    de Jesus-Silva, Seleno Glauber; de Oliveira, João Pedro; Brianezi, Matheus Henrique Colepicolo; Silva, Melissa Andreia de Moraes; Krupa, Arturo Eduardo; Cardoso, Rodolfo Souza

    2017-01-01

    Resumo Contexto As amputações dos membros inferiores, sejam definidas como maiores ou menores, são um grave problema de saúde, com altos índices de morbimortalidade e de relevante impacto social. Diferentes características clínicas dos pacientes parecem estar relacionadas aos diferentes tipos de amputação realizados. Objetivos Analisar os fatores de risco presentes em pacientes submetidos a amputações de membros inferiores em hospital terciário. Métodos Estudo retrospectivo, transversal, envolvendo 109 pacientes submetidos a amputação de membro inferior em um período de 31 meses, através da análise de gênero e idade, 15 dados clínicos e cinco parâmetros laboratoriais presentes no momento da admissão. Os dados foram submetidos a estatística descritiva e comparativa através do teste t de Student não pareado (para variáveis numéricas), e dos testes de Mann-Whitney e exato de Fisher (para variáveis categóricas). Resultados Das 109 amputações realizadas, 59 foram maiores e 50 menores. A maioria dos pacientes era do gênero masculino (65%), e a média de idade foi de 65 anos (mín. 39, máx. 93). Dentre os fatores de risco observados, idade avançada, acidente vascular encefálico, isquemia, sepse e níveis baixos de hemoglobina e hematócrito estavam estatisticamente mais relacionados às amputações maiores (p < 0,05). Diabetes melito, neuropatia e pulsos distais palpáveis foram fatores mais associados às amputações menores. Conclusões Os níveis das amputações de membros inferiores estão relacionados a diferentes fatores de risco. Os quadros isquêmicos mais graves e de maior morbidade estiveram associados a amputações maiores, enquanto a neuropatia e perfusão preservada, mais relacionados às amputações menores. PMID:29930618

  11. Diagnóstico primário dos fatores de risco coronariano em idosos vinculados à estratégia saúde da família no interior do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheli Beatriz Radtke

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: estimar a prevalência de fatores de risco de doença coronariana em idosos de um município no interior do Rio Grande do Sul. Método: para a realização do presente estudo, utilizou-se a tabela de risco coronariano proposta pela Michigan Heart Association. Realizou-se um estudo com abordagem epidemiológica, observacional e com delineamento transversal em uma amostra calculada de 115 idosos, de ambos os sexos, na faixa etária média de 69,86 ±7,7 anos. Os dados foram submetidos à análise descritiva, através da média, desvio padrão e identificação do percentual da ocorrência do risco relativo, além disso, foi realizado o teste Mann-Whitney e o teste t pareado para comparação do risco coronariano entre as unidades de saúde e a frequência na dieta alimentar de alimentos ricos em gorduras saturadas e sódio. Resultados: o risco coronariano médio obtido foi de 31,23 ± 5,3 pontos, classificado pela Michigan Heart Association, como risco moderado. Não houve alteração significativa entre os sexos e as localidades, indicando que o risco coronariano é alto em todo território avaliado. A população apresentou dieta aterogênica, com consumo elevado de gordura saturada e sódio. De acordo com a ordem de prevalência, os fatores mais encontrados foram: percentual de gordura saturada na dieta, hereditariedade, sobrepeso, pressão arterial, sedentarismo e tabagismo respectivamente. Considerações finais: foram evidenciados casos de alto risco, alertando para a necessidade da elaboração e inserção de políticas de promoção de saúde, a fim de minimizar as possibilidades de ocorrência de eventos coronarianos, sobretudo em uma população idosa.

  12. Ocorrência de complicações crônicas e seus fatores de risco em pacientes diabéticos atendidos pelo Programa Saúde da Família de Muriaé, MG, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Paulo Pedrosa NETTO

    2015-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi analisar a ocorrência de complicações associadas ao diabetes e identificar seus fatores de risco em indivíduos com diabetes mellitus assistidos pelo Programa Saúde da Família de Muriaé-MG. Foi realizado um estudo quantitativo, transversal no período de fevereiro a junho de 2009 na unidade do Programa de Saúde da Família (PSF do bairro São Gotardo no município de Muriaé, MG. A amostra foi constituída por 50 pacientes. As informações de cada participante foram obtidas por meio de um questionário estruturado. As informações sobre a ocorrência de complicações crônicas do diabetes foram obtidas por meio da análise dos prontuários dos pacientes. Foi observado que 23 (46,0% pacientes não apresentavam complicação da doença, enquanto 27 (54,0% apresentavam pelo menos uma complicação, sendo as mais frequentes retinopatia, presente em 18 (66,67% pacientes, doenças cardiovasculares (14, 51,85% e neuropatia diabética (11, 40,74%. Os fatores de risco mais prevalentes foram sedentarismo (39, 78,0%, obesidade central (7, 74,0% e HAS (35, 70,0%. Ainda são necessários grandes esforços na atenção primária ao paciente diabético com relação ao tratamento adequado da doença e à adesão de hábitos de vida saudáveis, pois a presença de complicações associadas ao estado de saúde geral dos pacientes diabéticos diminui significativamente a qualidade de vida desta população.

  13. Critical notes on microbiological risk assessment of food Avaliação de risco microbiológico em alimentos: avaliação crítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martine W. Reij

    2000-03-01

    Full Text Available Although numerous papers on Microbiological Risk Assessment (MRA of food products have been published, a number of issues related to it remain unresolved. This paper explains the role of Microbiological Risk Assessment in the context of Risk Analysis as outlined by Codex Alimentarius. It reviews some representative work in the area, with particular emphasis on the objectives, outputs and conclusions of the studies, and on how researchers propose using the resulting Risk Estimate for decision making. Several problems and sources of confusion concerning MRA are identified, such as terminology, the application of Risk Estimates to establish Food Safety Objectives and microbiological criteria for foods, lack of data, and the difference between Risk Assessment and the Hazard Analysis and Critical Control Point system (HACCP. In the context of Codex Alimentarius, MRA was developed as a tool for decision making and priority setting by government risk managers. However, elements of Risk Assessment can be used for other purposes. A transparent description of a Risk Assessment study is useful for Risk Communication. Industrial food safety managers can compare the effect of various hypothetical production scenarios using estimates of the level and the probability of a pathogen in the product at the time that it is consumed. This limited form of Risk Assessment could better be called Safety Assessment, and can be used as a tool for food product and process development.Embora inúmeros artigos já tenham sido publicados sobre Avaliação de Risco Microbiológico em alimentos, vários aspectos relacionados ao assunto continuam incompletos. O presente artigo explica o papel da Avaliação de Risco Microbiológico no contexto da Análise de Risco, segundo o Codex Alimentarius. Este trabalho revê alguns artigos representativos na área, com particular ênfase nos objetivos, resultados e conclusões dos estudos, e em como os pesquisadores usam os resultados do

  14. Câncer gástrico: fatores de risco em clientes atendidos nos serviços de atenção terciária em um município do interior paulista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teixeira Jesislei Bonolo do Amaral

    2003-01-01

    Full Text Available Realizamos o presente estudo com clientes com diagnóstico de câncer gástrico e submetidos a cirurgia, com o objetivo de identificar a exposição aos fatores de risco para a doença. Foram sujeitos do estudo 24 clientes que concordaram em participar através da assinatura do termo de consentimento livre, respondendo a um instrumento semi-estruturado, elaborado segundo a perspectiva do Campo de Saúde. A análise dos dados possibilitou identificar que 50,1% apontaram como fatores responsáveis dieta inadequada, tabagismo, etilismo e problemas psicológicos. Dentre o consumo de alimentos considerados de risco, encontramos tendência de maior consumo de enlatados, embutidos, defumados, churrasco e frituras, além de indicação de dietas com alto teor de sódio. Fumantes foram encontrados 66,7% ou que já fumaram e 70,8% indicaram consumo de bebida alcoólica, preferencialmente cerveja e destilados. Esses dados indicam a necessidade de implementação de programas educativos que visem o esclarecimento sobre os fatores de risco com vistas à promoção da saúde.

  15. Estimativa do risco para diabetes mellitus tipo 2 em bancários da cidade de Tubarão, estado de Santa Catarina, Brasil = Assessing the risk for type 2 diabetes mellitus in bank employees from the city of Tubarao, Santa Catarina state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bittencourt, Amanda

    2013-01-01

    Conclusões: Os bancários da cidade de Tubarão apresentam risco de desenvolver diabetes mellitus tipo 2 em 10 anos e esse risco tende a aumentar quanto maior o tempo nesta profissão. Medidas preventivas são necessárias para melhora da qualidade de vida desses funcionários, bem como redução do risco de desenvolvimento de diabetes mellitus tipo 2

  16. Fatores de risco para injúrias acidentais em pré-escolares Risk factors for accidental injuries in preschool children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia S. Fonseca

    2002-04-01

    Full Text Available Objetivo: medir os principais fatores de risco relacionados à ocorrência de injúrias acidentais, na faixa etária entre quatro e cinco anos de idade.Métodos: foi estudada uma coorte prospectiva de 620 crianças, na qual a ocorrência de acidentes e injúrias foi registrada em um diário, durante um período de um mês. Esta foi uma subamostra sistemática, proveniente da coorte de nascimentos de 1993, que ainda residiam na área urbana de Pelotas, RS. O desfecho em estudo foi o número de injúrias acidentais relatadas por criança-mês. A análise multivariada, utilizando Regressão de Poisson, foi usada para controlar fatores de confusão.Resultados: a incidência mensal de acidentes foi de 53,8%, e 48,4% das crianças sofreram pelo menos uma injúria acidental. As crianças do sexo masculino tiveram 30% mais de chances de se lesionarem do que aquelas do sexo feminino, e as crianças brancas tiveram um risco 70% maior do que as crianças não-brancas. Renda familiar, escolaridade dos pais e trabalho materno não se associaram à ocorrência de injúrias. Após ajuste para variáveis socioeconômicas e ambientais, as crianças que possuíam um ou mais irmãos menores apresentavam taxa 30% maior de injúrias acidentais. Crianças residentes em casa de tijolo apresentaram uma incidência de injúrias cerca de 40%superior. Conclusões: poucos fatores de risco modificáveis foram associados a um aumento na freqüência de injúrias acidentais. Destes fatores, a presença de crianças mais jovens em casa merece especial atenção, sendo necessário instruir os pais sobre o aumento no risco observado por ocasião do nascimento de um irmão menor.Objective: to measure the main risk factors associated with the occurrence of accidental injuries in children aged 4-5 years.Methods: the study included a prospective cohort of children whose parents filled in a diary recording accidents and injuries during a period of one-month. The children represented

  17. Protocolos de actuação no controlo do risco associado à infecção cruzada em medicina dentária - um estudo observacional

    OpenAIRE

    Marques, Inês Afonso Mendonça

    2013-01-01

    Introdução: Diversos estudos comprovam a existência de um potencial risco de infecção cruzada na prática da Medicina Dentária, uma vez que inúmeras infecções podem ser transmitidas através do contacto directo ou indirecto com sangue e/ou saliva, de salpicos, de aerossóis e de instrumentos ou equipamentos contaminados. (1) Objectivos: Os principais objectivos deste estudo visaram alargar o conhecimento na área da prevenção da infecção cruzada em Medicina Dentária e avaliar o nível de intere...

  18. AvaliaÃÃo dos fatores de risco à cÃrie dentÃria em pacientes pediÃtricos portadores de necessidades especiais.

    OpenAIRE

    Rebeca Bastos Vasconcelos

    2014-01-01

    Quando se trata de atenÃÃo odontolÃgica bÃsica ou especializada, crianÃas portadoras de necessidades especiais ainda representam uma parcela da populaÃÃo menos favorecida e estudada. O estudo teve o objetivo de avaliar a associaÃÃo entre presenÃa de lesÃo e experiÃncia de cÃrie a fatores de risco à cÃrie, em uma amostra de pacientes pediÃtricos portadores de necessidades especiais utilizando o critÃrio do Indice Internacional de DetecÃÃo de CÃries (ICDAS). A amostra foi composta por crianÃas ...

  19. O papel da informação como medida preventiva ao uso de drogas entre jovens em situação de risco

    OpenAIRE

    Sanchez,Zila van der Meer; Oliveira,Lúcio Garcia de; Ribeiro,Luciana Abeid; Nappo,Solange Aparecida

    2010-01-01

    Entre os jovens, o uso de drogas ilícitas é um problema de saúde coletiva que desperta atenção. Poucos estudos sobre motivos para o não uso de drogas exploram o real papel da informação como método preventivo. O objetivo do estudo é analisar, entre adolescentes e jovens em situação de risco, os motivos para o não uso de drogas ilícitas, destacando o impacto da informação como fator protetor. Através de metodologia qualitativa, adotou-se uma amostra intencional, selecionada por informantes-cha...

  20. Revisao de 15 casos submetidos a oclusao temporaria bilateral de arteria iliaca interna em pacientes com alto risco para hemorragia obstetrica

    OpenAIRE

    Krutman, Mariana; Galastri, Francisco Leonardo; Affonso, Breno Boueri; Nasser, Felipe; Travassos, Fabiellen Berzoini; Messina, Marcos de Lourenco; Wolosker, Nelson

    2013-01-01

    OBJETIVO: Analisar os resultados de 15 pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, submetidas ao implante de catéteres balão profilático para oclusão temporária das artérias hipogástricas. MÉTODOS: Uma análise retrospectiva foi realizada com base em prontuários de 15 pacientes submetidas ao implante de catéteres balão profilático, de janeiro/2008 a dezembro/2011. Todas as pacientes incluídas no estudo foram diagnosticadas no período antenatal com doença placentária associada a...

  1. Imagem corporal e comportamentos de risco para transtornos alimentares em bailarinos profissionais Body image and risk behavior for eating disorders in professional ballet dancers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lena Guimarães Ribeiro

    2010-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO E OBJETIVO: A grande preocupação com a aparência e a forma física e a constante pressão para manterem baixo peso corporal são fatores que levam a distorções da imagem corporal e tornam os bailarinos um grupo de risco para o desenvolvimento de transtornos alimentares (TA. O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção da imagem corporal e sua associação com comportamentos de risco para TA em bailarinos profissionais. MÉTODOS: Foram estudados 61 bailarinos (39 mulheres e 22 homens de uma instituição representante da elite do balé clássico brasileiro. A avaliação dos comportamentos de risco para TA foi feita com base nas versões em português dos questionários Eating Attitudes Test (EAT-26 e Bulimic Investigatory Test Edinburgh (BITE. A Escala de Silhuetas de Stunkard foi utilizada para avaliação da percepção da imagem corporal. A associação entre as variáveis foi avaliada com base na razão de prevalência (RP e seus respectivos intervalos de confiança (IC de 95%. RESULTADOS: Trinta e um bailarinos (50,8% gostariam de ter a silhueta menor que a autopercebida como usual. A presença de comportamentos de risco para TA foi 2,71 vezes maior (IC 95% = 1,02 - 7,18 entre os que desejavam ter silhueta menor que a usual e 2,64 vezes maior (IC 95% = 1,20 - 5,80 entre aqueles que desejavam ter silhueta menor que a considerada mais saudável, quando comparados com os que estavam satisfeitos com a sua silhueta. CONCLUSÃO: A alta frequência de insatisfação com o corpo encontrada pode estar colaborando para ocorrência de comportamentos de risco para TA nos bailarinos investigados.INTRODUCTION AND OBJECTIVE: Great concern with physical appearance and fitness as well as constant pressure in maintaining low body weight make ballet dancers a risk group for the development of eating disorders (ED. The objective of the present study was to evaluate the body image perception and its association with risk behavior for ED

  2. Risco do uso do eletrocautério em pacientes portadores de adornos metálicos Risk of the use of electrocautery in patient with metallic ornaments

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Toledo Afonso

    2010-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A eletrocirurgia é tecnologia conhecida há longo tempo que, atualmente, tem adquirido cada vez mais destaque. Apesar disso, ainda apresenta vários riscos quanto à sua utilização. Várias lesões podem ser causadas por eletrocautérios, sendo as queimaduras a complicação mais frequente. Nem sempre existe a cooperção do paciente frente a medidas preventivas. MÉTODO: Revisão da literatura pertinente em função de questionamento jurídico de paciente que se negou a retirar seus ornamentos no início de procedimento cirúrgico, já estando ela na sala de operações. CONCLUSÃO: É essencial o conhecimento dos fundamentos da eletrocirurgia, seu uso correto, equipamento seguro, monitoramento constante e investigação imediata diante de quaisquer suspeitas, para minimizar o risco de acidentes em paciente com adornos metálicos, e a cooperação do paciente na obediência das medidas preventivas de acidentes deve ser obrigatória.INTRODUCTION: Electrosurgery technology is known in a long time ago, and has gained increasing prominence. Nevertheless, it still presents many risks as to its use. Several lesions can be caused by electrocautery, and burns are the most frequent complications. There is not always patient's cooperation regarding preventive measures. METHOD: Review of relevant literature on the basis of legal questioning of a patient who refused to remove their ornaments at the beginning of surgery, being already in the operating room. CONCLUSION: It is essential to have the knowledge of the fundamentals of electrosurgery, its correct use, safety equipment, constant monitoring and immediate investigation to minimize the risk of accidents in patients with metal ornaments, and patient cooperation in obeying the preventive measures of accidents should be mandatory.

  3. A deficiente informação aumenta os riscos dos pesticidas em Portugal The deficient information increase the pesticides risks in Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Amaro

    2010-12-01

    Full Text Available O risco do uso dos pesticidas agrícolas ser aceitável depende da adopção de rigorosas medidas de segurança definidas pela UE. Esta problemática, em Portugal, é muito preocupante em consequência de graves ilegalidades, como o não funcionamento da CATPF há 5 anos e da sistemática prática, a nível oficial (ex: DGPC/DGADR e Serviços de Avisos e das empresas de pesticidas, da política de esconder a informação essencial para: a selecção dos pesticidas menos perigosos; o conhecimento das indispensáveis medidas de mitigação do risco; e a adequada formação de técnicos e de agricultores.The pesticide risk could be acceptable if mitigation measures decided by EU are adopted. In Portugal that problematic is quite difficult in consequence of graves illegalities, as the CATPF 5 years not working and the systematic practice, at official level (ex: DGPC/DGADR and Warning Service and at pesticides suppliers, of a political to hide the information that is essential to: the pesticides selection of the less dangerous to human health and the environment; the knowledge of indispensable and appropriate measures to reduce those risks as much as possible; and the level of education and training of technicians and farmers.

  4. Abuso físico infantil: avaliando fatores de risco psicológicos em cuidadores notificados Child physical abuse: evaluating psychological risk factors in accused caregivers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Paula D. Bérgamo

    2012-01-01

    Full Text Available Verificou-se em que medida variáveis cognitivas e afetivas/emocionais diferenciariam cuidadores notificados por abusos físicos (G1 de cuidadores sem esse histórico (G2. O Child Abuse Potential Inventory (CAP foi utilizado para avaliar fatores de risco psicológicos em cuidadores. Um Questionário de Caracterização sócio-demográfica e outro econômico também foram empregados para equiparar os grupos. G1 apresentou um potencial de risco superior a G2, e maiores níveis de Angústia, Rigidez, Problemas com a Criança e Consigo, Problemas com os Outros, e um menor nível de Força do Ego. Essas variáveis se articulam para compor o risco de abuso físico, pois segundo o Modelo do Processamento da Informação Social, remeteriam a processos básicos cognitivos/afetivos subjacentes a percepções e avaliações/interpretações, associados ao comportamento parental abusivo.It was verified to what extent cognitive and affective/emotional variables could distinguish caregivers accused of committing physical abuse (G1 from those without physical abuse records (G2. The Child Abuse Potential Inventory (CAP, which is an instrument designed to assess psychological risk factors in caregivers, was used. A questionnaire on socio-demographic characterization and another on economic classification were also employed to equate the groups. G1 presented a greater potential risk than G2, higher levels of Distress, Rigidity, Problems with the Child and with Themselves, Problems with Others, and a lower level of Ego Strength. These variables contribute with the composition of physical abuse risk, since, in agreement with the Social Information Processing Model, they would be related to cognitive and affective basic processes which are veiled to the perceptions and evaluation/interpretations, associated to abusive parental behavior.

  5. Relevância de exames de rotina em pacientes de baixo risco submetidos a cirurgias de pequeno e médio porte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle de Sousa Soares

    2013-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A avaliação pré-operatória tem como objetivos diminuir a morbimortalidade do paciente cirúrgico, o custo do atendimento perioperatório e a ansiedade pré-operatória. A partir da avaliação clínica deve-se definir a necessidade de exames complementares e estratégias para reduzir o risco anestésico-cirúrgico. O objetivo deste trabalho foi avaliar o benefício de exames de rotina pré-operatório de pacientes de baixo risco em cirurgias de pequeno e médio porte. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo, transversal, com 800 pacientes atendidos no consultório de avaliação pré-anestésica do Hospital Santo Antonio, Salvador, BA. Foram incluídos pacientes de 1 a 45 anos, estado físico ASA I, que seriam submetidos a cirurgias eletivas de pequeno e médio porte. Avaliaram-se alterações no hemograma, coagulograma, eletrocardiograma, RX de tórax, glicemia, função renal e dosagem de sódio e potássio e as eventuais mudanças de conduta que ocorreram decorrentes dessas alterações. RESULTADOS: Dos 800 pacientes avaliados, 97,5% fizeram hemograma, 89% coagulograma, 74,1% eletrocardiograma, 62% RX de tórax, 68% glicemia de jejum, 55,7% dosagens séricas de ureia e creatinina e 10,1% dosagens de sódio e potássio séricos. Desses 700 pacientes, 68 (9,71% apresentaram alteração nos exames pré-operatórios de rotina e apenas 10 (14,7% dos considerados alterados tiveram conduta pré-operatória modificada, ou seja, solicitação de novos exames, interconsulta ou adiamento do procedimento. Nenhuma das cirurgias foi suspensa. CONCLUSÃO: Observou-se que excessivos exames complementares são solicitados no pré-operatório, mesmo em pacientes jovens, de baixo risco cirúrgico, com pouca ou nenhuma interferência na conduta perioperatória. Exames aboratoriais padronizados não são bons instrumentos de screening de doenças, além de gerar gastos elevados e desnecessários.

  6. InsCor: um método simples e acurado para avaliação do risco em cirurgia cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Omar A. V. Mejía

    2013-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Escores de risco apresentam dificuldades para obter o mesmo desempenho em diferentes populações. OBJETIVO: Criar um modelo simples e acurado para avaliação do risco nos pacientes operados de doença coronariana e/ou valvar no Instituto do Coração da Universidade de São Paulo (InCor-HCFMUSP. MÉTODOS: Entre 2007 e 2009, 3.000 pacientes foram operados consecutivamente de doença coronariana e/ou valvar no InCor-HCFMUSP. Desse registro, dados de 2/3 dos pacientes foram utilizados para desenvolvimento do modelo (técnica de bootstrap e de 1/3 para validação interna do modelo. O desempenho do modelo (InsCor foi comparado aos complexos 2000 Bernstein-Parsonnet (2000BP e EuroSCORE (ES. RESULTADOS: Apenas 10 variáveis foram selecionadas: Idade > 70 anos; sexo feminino; cirurgia de revascularização coronariana + valva; infarto de miocárdio < 90 dias; reoperação; tratamento cirúrgico da valva aórtica; tratamento cirúrgico da valva tricúspide; creatinina < 2mg/dL; fração de ejeção < 30%; e eventos. O teste de Hosmer Lemeshow para o InsCor foi de 0,184, indicando uma excelente calibração. A área abaixo da curva ROC foi de 0,79 para o InsCor, 0,81 para o ES e 0,82 para o 2000BP, confirmando que os modelos são bons e similares na discriminação. CONCLUSÕES: O InsCor e o ES tiveram melhor desempenho que o 2000BP em todas as fases da validação; pórem o novo modelo, além de se identificar com os fatores de risco locais, é mais simples e objetivo para a predição de mortalidade nos pacientes operados de doença coronariana e/ou valvar no InCor-HCFMUSP.

  7. Fatores de risco associados ao sobrepeso e a obesidade em mulheres de São Leopoldo, RS

    OpenAIRE

    Teichmann,Luciana; Olinto,Maria Teresa Anselmo; Costa,Juvenal Soares Dias da; Ziegler,Denize

    2006-01-01

    OBJETIVO: Identificar a prevalência e os fatores de risco para sobrepeso e obesidade nas mulheres de São Leopoldo, RS, Brasil. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com base populacional incluindo 981 mulheres de 20 a 60 anos de idade. O sobrepeso foi definido pelo índice de massa corporal entre 25 a 29,9 Kg/m² e a obesidade foi considerada como IMC > 30 Kg/m². As medidas de efeito brutas e ajustadas foram calculadas pela Regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso foi...

  8. Dyslipidemia and the risk of incident hypertension in a population of community-dwelling Brazilian elderly: the Bambuí cohort study of aging Dislipidemia e risco de incidência de hipertensão em uma população de idosos Brasileiros vivendo em comunidade: estudo de coorte de idosos de Bambuí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Polo Dias Freitas

    2011-01-01

    Full Text Available This study aimed to examine the prognostic value of lipid parameters for incident hypertension in elderly living in a community. The study included 306 (81% from total persons aged > 60 years who were free of hypertension and of cardiovascular diseases at the baseline survey of the Bambuí Cohort Study of Aging. The cumulative incidence of hypertension over three years was 37.3%. The relative risk (RR of incident hypertension decreased 0.92 for each unit of HDL-cholesterol (95%CI: 0.86-0.99 independent of several potential confounding factors. Individuals with HDL-cholesterol in the top tercile (> 55mg/dL had a risk of hypertension halve that those in the bottom tercile (RR = 0.54; 95%CI: 0.33-0.90. Other lipid parameters had no significant effect on the outcome. High HDL-cholesterol showed an independent protective effect on subsequent development of hypertension in the elderly.O objetivo do estudo foi examinar o valor prognóstico de parâmetros lipídicos para a incidência de hipertensão arterial em idosos vivendo na comunidade. A pesquisa incluiu 306 (81% do total pessoas com idade > 60 anos que estavam livres de hipertensão e de doenças cardiovasculares na linha de base do Estudo de Coorte de Idosos de Bambuí. A incidência acumulada em três anos da hipertensão arterial foi de 37.3%. O risco relativo (RR para a incidência da hipertensão diminuiu 0,92 para cada unidade de colesterol HDL (IC95%: 0,86-0,99, independente de vários potenciais fatores de confusão. Indivíduos com colesterol HDL no tercil superior (> 55mg/dL apresentaram metade do risco de hipertensão que aqueles no tercil inferior (RR = 0,54; IC95%: 0,33-0,90. Os outros parâmetros lipídicos não apresentaram efeitos estatisticamente significantes sobre o evento. Valores mais altos de colesterol HDL apresentaram efeito protetor para o desenvolvimento da hipertensão em idosos.

  9. Terceirização em cuidados continuados: uma abordagem de gestão de risco Outsourcing in long-term care: a risk management approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Machado Guimarães

    2012-05-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo investigar a decisão de externalização, integrada na gestão da cadeia de suprimentos no setor da saúde, nomeadamente os motivos e condicionantes da decisão, os critérios de escolha das atividades a entregar a terceiros, os tipos de acordos possíveis e o impacto que a decisão tem na organização e na pratica. Através do estudo de caso de uma unidade de saúde prestadora de cuidados continuados de forma inovadora, com grandes níveis de customização e em início de atividade, investigou-se todo o processo de terceirização em contexto do início do ciclo de vida de uma organização (não no contexto comum de mudança organizacional e construiu-se uma matriz de avaliação de risco para atividades terceirizadas de modo a permitir a definição do processo de monitorização da performance a implementar. Este estudo visa compreender como se avaliam e balizam os riscos da adopção de uma estratégia de terceirização e sugere um modelo de monitorização, com recurso a ferramentas de gestão de risco. Concluiu-se que uma abordagem de Gestão de Risco pode ser uma solução para monitorização de terceirização em atividade que se iniciam. Retiram-se, ainda, conclusões acerca da insatisfação com os resultados da estratégia de externalização adotada.This article seeks to investigate outsourcing decisions in supply chain management of healthcare organizations, namely the motives and constraints behind the decision, the selection criteria for activities to be outsourced to third parties, the type of possible agreements, and the impact of this decision on the organization per se. A case study of the start-up phase of a Long-term Care unit with an innovative approach and high levels of customization was conducted to understand the outsourcing process in a start-up context (not in the standard context of organizational change and a risk evaluation matrix was created for outsourcing activities in order

  10. Fatores de risco para consultas em pronto-socorro por crianças asmáticas no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chatkin Moema

    2000-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Traçar um perfil das crianças asmáticas do município de Pelotas, RS, conhecer o manejo da doença e os fatores de risco associados a consultas em pronto-socorro, motivadas por asma. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado a um estudo de coorte, realizado na área urbana de Pelotas, cidade de médio porte do Sul do Brasil. Participaram 981 crianças de 4-5 anos, pertencentes à coorte de 1993. RESULTADOS: A prevalência de asma encontrada na amostra estudada foi de 25,4%. A morbidade por asma foi elevada: 31% das crianças asmáticas haviam procurado o pronto-socorro no último ano, 57% tinham consultado médico e 26%, de 1 a 4 anos, foram internadas por asma. Na análise geral, escolaridade e renda familiar baixas associaram-se com consultas em pronto-socorro (RO=4,1 para 0 a 4 anos de escolaridade e RO=6,5 para menos de 1 salário-mínimo. Dormir em quartos com 3 ou mais pessoas também mostrou-se associado (RO=2,2, bem como severidade das crises (RO=2,7, uso de medicamentos para asma no último ano (RO=1,9 e internações por asma (RO=3,0. CONCLUSÕES: A prevalência de asma entre crianças pré-escolares em Pelotas é alta, levando a grande morbidade. Encontraram-se como fatores preditores de consultas em pronto-socorro por asma, após análise multivariada, a baixa escolaridade das mães, severidade das crises e internação por asma.

  11. Fatores de risco para o desenvolvimento de criancas atendidas em Unidades de Saude da Familia, ao final do primeiro ano de vida: aspectos sociodemograficos e de saude mental materna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Gerardo Ribeiro

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é verificar fatores de risco e proteção para o desenvolvimento de crianças de 1 ano, atendidas em unidades de saúde da família. Estudo transversal com 65 crianças de aproximadamente 1 ano, atendidas em duas Unidades de Saúde da Família, e suas respectivas mães. Avaliou-se o desenvolvimento através de um teste de screening para rastreamento de risco. As mães responderam a uma entrevista e ao SRQ-20 para identificar indicadores de transtorno mental comum (TMC. Realizou-se análise descritiva dos dados e procedeu-se a análise estatística inferencial. Estavam em risco para o desenvolvimento global 43,1% das crianças e as áreas mais afetadas foram linguagem e motricidade fina; 44,6% das mães pontuaram para indicativo de transtorno mental comum, quando a criança tinha 1 ano. Na análise bivariada, depressão referida, tabagismo, infecções na gravidez, TMC após o nascimento e trabalhar fora associaram-se significativamente com o desenvolvimento da criança. Após os ajustes, apenas TMC apresentou-se como fator de risco e trabalhar fora fator de proteção. Para aumentar as chances de sucesso de programas direcionados a crianças com risco para o desenvolvimento em unidades de saúde parece importante ter dois focos: a estimulação da criança e a saúde mental materna.

  12. Fatores de risco relacionados com suicidios em Palmas (TO, Brasil, 2006-2009, investigados por meio de autopsia psicossocial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neci Sena-Ferreira

    2014-01-01

    Full Text Available Este artigo objetiva analisar e descrever os fatores de risco e seus determinantes, associados a 24 casos de suicídios ocorridos na cidade de Palmas (TO, no período de 2006 a 2009. Utilizou-se o método de autópsia psicológica e psicossocial, a qual, por meio de entrevistas com familiares, busca investigar os suicídios consumados, contextualizando características da vida do sujeito, e compreender os processos familiares e as circunstâncias afetivas, sociais, econômicas e culturais, fundamentando-se na reconstrução da história e da personalidade da pessoa. Os fatores socioeconômicos associados foram: ser do sexo masculino, solteiro, de cor parda, estar na faixa etária de 20 a 40 anos e com ensino fundamental. Os principais fatores de risco identificados foram: transtornos mentais, abuso de álcool e outras drogas, relacionamento familiar conturbado e histórico de tentativas anteriores. Buscamos contextualizar e refletir sobre alguns casos relatados pelos familiares e sobre a resposta das equipes de saúde às demandas das famílias. A necessidade de implantar programas de prevenção e de capacitar os profissionais da atenção básica foi verificada.

  13. Fatores de risco para mortalidade em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isaac Newton Guimarães

    2011-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Idade maior a 80 anos não é, por si só, o único fator de risco para a mortalidade em revascularização miocárdica. OBJETIVO: Identificar fatores de risco para a mortalidade em pacientes octogenários submetidos a revascularização miocárdica. MÉTODOS: Estudamos 164 pacientes, com idade igual ou maior a 80 anos. As variáveis estudadas foram: sexo, idade (em anos, fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE, reoperação, cirurgia de emergência, número de artérias revascularizadas, uso da artéria torácica interna esquerda (ATIE, uso de circulação extracorpórea (CEC, cirurgia associada, revascularização da artéria interventricular anterior (AIVA e uso de balão intra-aórtico (BIA. A análise estatística foi feita por meio de análises descritiva, univariada e multivariada por regressão logística. Foram considerados significância estatística os valores de p < 0,05, e a análise multivariada foi realizada com variáveis cujo valor era p < 0,20. RESULTADOS: A mortalidade foi de 11%. Na análise univariada, evidenciou-se que baixa FEVE (p = 0,008, cirurgia de emergência (p < 0,001 e uso de balão intra-aórtico (p = 0,049 relacionaram-se à maior chance de mortalidade. Ao ajustar pela regressão logística, revelou-se que a idade acima de 85 anos correlacionou-se com uma chance de mortalidade 6,31 vezes maior (p = 0,012 e que a cirurgia de emergência esteve relacionada a uma chance de mortalidade 55,39 vezes maior (p < 0,001. CONCLUSÃO: Em octogenários submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica, idade superior a 85 anos e cirurgia de emergência são fatores preditivos importantes de maior mortalidade.

  14. Risk factors in patients with type 2 diabetes mellitus Factores de riesgo en pacientes con diabetes mellitus tipo 2 Fatores de risco em pacientes com diabetes mellitus tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Idalina Diair Regla Carolino

    2008-04-01

    Full Text Available This study was carried out to evaluate the risk factors of type 2 diabetic patients through sociodemographic data, habits of health, anthropometric and biochemist profiles, assisted at a basic public health care unit in Maringá, Paraná. Sixty-six patients, 56 women aged over than 50 years-old were interviewed. High prevalence factors for cardiovascular risk were observed, such as: overweight and obesity, hypertension, dyslipidemia, sedentariness and inadequate diet. Data suggested the need for multidisciplinary intervention programs in health care units associated to educative programs, adjusted diet intake and regular physical activity for these diabetic patients.El objetivo de este estudio fue verificar los factores de riesgo de las complicaciones de la diabetes mellitus tipo 2, por medio del levantamiento de datos sociodemográficos, hábitos de salud, perfil antropométrico y bioquímico, de pacientes diabéticos tipo 2 atendidos en una Unidad Básica de Salud en la ciudad de Maringá, Paraná. Fueron entrevistados y evaluados 66 pacientes con más de 50 años; 56 eran del sexo femenino. Se verificó una elevada presencia de factores de riesgo cardiovascular en los pacientes investigados: sobrepeso y obesidad, hipertensión, dislipidemia, sedentarismo y dieta no saludable. Los resultados indican la necesidad de la implantación de programas de intervención multidisciplinares en unidades básicas de la salud asociada a prácticas educativas, estimulando la adopción de una dieta saludable y la práctica de actividad física regular para estos pacientes.O objetivo deste estudo foi verificar os fatores de risco das complicações do diabetes mellitus tipo 2, por meio de levantamento de dados sociodemográficos, hábitos de saúde, perfil antropométrico e bioquímico de pacientes diabéticos tipo 2, atendidos em Unidade Básica de Saúde, na cidade de Maringá, Paraná. Foram entrevistados e avaliados 66 pacientes acima de 50 anos, sendo 56

  15. Caracterização epidemiológica e fatores de risco associados às lentiviroses em pequenos ruminantes comercializados em feira de animais no Sertão de Pernambuco, semiárido brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Romero Alexandre Alves

    2017-08-01

    Full Text Available Aglomerações de animais em eventos comerciais do tipo feiras de negócios representam um importante elo na transmissão de doenças infecciosas, resultando na importância do conhecimento acerca da epidemiologia das doenças de pequenos ruminantes. Desta forma, o objetivo desse estudo foi determinar a presença das lentiviroses em caprinos e ovinos comercializados na feira de animais da cidade de Tabira, Sertão de Pernambuco, bem como a identificação de possíveis fatores de risco associados à enfermidade. Foram coletadas amostras de soro de 233 caprinos e 119 ovinos, sem raça definida, pertencentes a doze proprietários, na feira de animais vivos do município no período de novembro de 2014 a junho de 2015. Foi aplicado questionário epidemiológico para análise dos fatores de risco. O diagnóstico da infecção por Lentivirus de Pequenos Ruminantes (LVPR nas espécies foi realizado pela Imunodifusão em ágar-gel (IDGA e Western Blotting (WB. Na IDGA foram utilizados antígenos de Vírus Maedi-visna (MVV para ovinos e de vírus da Artrite-Encefalite Caprina (CAEV, cepa CAEV- Cork para caprinos, e no WB foi utilizado a cepa CAEV- Cork como antígeno para ambas espécies. As variáveis obtidas no questionário foram submetidas a análises estatísticas univariada e multivariada. Pela técnica de IDGA foi possível identificar um caprino soropositivo. Não foi detectada positividade nos ovinos. No WB 15/233 (6,44%; IC95% = 3,94 - 10,35% caprinos e 8/119 (6,72%; IC95% = 3,45 - 12,71% ovinos foram soropositivos, totalizando 23/352 (6,53%; IC95% = 4,39 - 9,61% animais reagentes. Os doze rebanhos estudados apresentaram animais soropositivos. Vermifugar os animais anualmente (odds ratio = 5,9; IC 95% = 1,7 - 19,8; p = 0,04 foi identificado como fator de risco para enfermidade em caprinos. Não foram identificadas variáveis associadas ao risco de infecção em ovinos. Concluiu-se que os LVPR estão presentes em caprinos e ovinos

  16. Relação de indicadores antropométricos com fatores de risco para doença cardiovascular Relación de indicadores antropométricos con factores de riesgo para enfermedad cardiovascular Relation between anthropometric indicators and risk factors for cardiovascular disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirele Arruda Michelotto de Oliveira

    2010-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Estudos têm sido realizados para identificar o melhor preditor antropométrico de doenças crônicas em diferentes populações. OBJETIVO: Verificar a relação entre medidas antropométricas e fatores de risco (perfil lipídico e pressão arterial para doenças cardiovasculares. MÉTODOS: Estudo transversal com 180 homens e 120 mulheres, idade média de 39,6±10,6 anos. Avaliou-se: índice de massa corporal (IMC, circunferência da cintura (CC, percentual de gordura corporal (%GC, relação cintura quadril (RCQ, perfil lipídico, glicemia e pressão arterial. RESULTADOS: IMC, CC e RCQ foram maiores nos homens e %GC nas mulheres (pFUNDAMENTO: Se vienen efectuando estudios para identificar el mejor predictor antropométrico de enfermedades crónicas en diferentes poblaciones. OBJETIVO: Verificar la relación entre mediciones antropométricas y factores de riesgo (perfil lipídico y presión arterial para enfermedades cardiovasculares. MÉTODOS: Estudio transversal con 180 varones y 120 mujeres, edad promedio de 39,6 ± 10,6 años. Se evaluó: índice de masa corporal (IMC, circunferencia de la cintura (CC, porcentaje de grasa corporal (%GC, relación cintura cadera (RCC, perfil lipídico, glucemia y presión arterial. RESULTADOS: IMC, CC y RCC fueron mayores en los varones y %GC en las mujeres (p BACKGROUND: Studies have been carried out to identify the best anthropometric predictor of chronic diseases in different populations. OBJECTIVE: To verify the relation between anthropometric measures and risk factors (lipid profile and blood pressure for cardiovascular diseases. METHODS: Transversal study carried out with 180 males and 120 females, with mean age 39.6±10.6 years old. Body mass index (BMI, waist circumference (WC, body fat percentage (%BF, waist-to-hip ratio (WHR, lipid profile, glycemia and blood pressure were the variables assessed. RESULTS: BMI, WC and WHR were higher among males, and %BF were higher among females (p<0

  17. Fatores de Risco Evidenciados pelas Maiores Empresas Listadas na BM&FBOVESPA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Carlos Klann

    2015-01-01

    Full Text Available O risco está presente em qualquer empresa, em qualquer setor. Nesse sentido, o objetivo da pesquisa é identificar os tipos de risco evidenciados nos Formulários de Referência das maiores empresas de cada setor listadas na BM&FBovespa. Os riscos podem ser classificados em: risco de crédito, risco legal, risco de mercado, risco operacional, risco estratégico, risco de liquidez e risco ambiental. Conforme os resultados encontrados, os mais divulgados pelas empresas são: risco legal (87,5%, risco estratégico (85% e risco de mercado (82,5%. O risco de crédito apresenta o menor nível de divulgação (50%, bem como o risco de liquidez relativo aos investimentos (55%. Conclui-se que a gestão de risco está relacionada às particularidades de cada organização, sendo que os tipos de riscos podem se modificar de acordo com a classificação setorial das empresas.

  18. Fatores de risco para o prolapso genital em uma população brasileira Risk factors for genital prolapse in a Brazilian population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Moura Rodrigues

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os fatores de risco para o desenvolvimento de prolapso genital na população brasileira. MÉTODOS: estudo caso-controle envolvendo 316 pacientes que foram submetidas a estadiamento de prolapso, utilizando-se o sistema de quantificação de prolapso dos órgãos pélvicos. As pacientes foram divididas em dois grupos. No Grupo Caso, foram incluídas 107 pacientes com prolapso nos estádios III ou IV, e no Controle, 209 mulheres com estádios 0 ou I. As mulheres selecionadas respondiam à anamnese na qual eram questionadas sobre a presença de possíveis fatores de risco para prolapso genital, tais como: idade, idade da menopausa, paridade, tipos de parto (vaginal, cesariana ou fórcipe, ocorrência de macrossomia fetal, história familiar em parentes de primeiro grau de distopia genital, tosse crônica e constipação intestinal. RESULTADOS: as variáveis que se mostraram diferentes entre os grupos foram: idade, índice de massa corpórea, paridade, número de partos vaginais, de cesarianas, de partos fórcipe, peso do recém-nascido e história familiar positiva para prolapso. Raça, idade da menopausa, tosse crônica e constipação intestinal não se mostraram diferentes entre os grupos. Após a regressão logística, somente três variáveis se apresentaram como fatores de risco independentes: presença de pelo menos um parto vaginal, macrossomia fetal e história familiar positiva. A cesariana se mostrou como fator protetor. CONCLUSÕES: na população brasileira, os fatores de risco independentes para prolapso foram a presença de pelo menos um parto normal, macrossomia fetal e história familiar positiva para distopia.PURPOSE: to evaluate risk factors for the development of genital prolapse in the Brazilian population. METHODS: case-control study involving 316 patients submitted to prolapse staging, according to the pelvic organ prolapse quantification system. The patients were divided into two groups: in the Case Group

  19. Riscos e Retornos da Cafeicultura em Minas Gerais: uma análise de custos e diferenciação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa da Fonseca Pereira

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi analisar, comparativamente, o desempenho dos produtores de café do Cerrado mineiro e do sudoeste do estado, de acordo com o retorno obtido e o nível de risco. Dadas as opções estratégicas adotadas nessas duas regiões, a diferenciação e os custos foram enfatizados. As margens e os potenciais de perda dos dois grupos de cafeicultores foram mensurados, o que permitiu apresentar uma relação entre risco e retorno. Os retornos foram estimados por um índice que relaciona custos e preços - margem operacional -, e a análise de riscos foi realizada a partir das estimativas do Value at Risk. Os resultados indicaram que os produtores do Cerrado, além de terem obtido melhores retornos, apresentaram menores perdas potencias que os do sudoeste. Os resultados favoráveis aos cafeicultores do Cerrado foram relacionados às diferenças dos custos produtivos e da qualidade do café. Incrementos na qualidade do produto e melhorias na gestão do processo produtivo foram os aspectos considerados relevantes para melhorar o desempenho do produtor do sudoeste. Já em relação à cafeicultura do Cerrado, destacou-se a importância de manter os esforços ligados à diferenciação e à produtividade.This paper aimed to analyze the comparative performance from the Minas Gerais "Cerrado" coffee producers and the south-western conventional coffee producers, according to the returns and the risk level. Differentiation and costs were emphasized because they were the strategic options adopted by the grower in these two regions The margins and potential loss of these two producer groups were measured, in a way that a relation between risks and returns could be presented. The returns were estimated by an index that relates costs and prices - operational margin -, and risk analysis was conducted based on Value at Risk estimates. The results indicated that, besides obtaining better returns, the Minas Gerais "Cerrado" producers had

  20. Mapeamento de risco de sodificação de solos em microbacia hidrográfica no Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Boeno Patricio Luiz

    2017-02-01

    Full Text Available Atualmente, o uso de águas subterrâneas para fins de irrigação tem se tornado uma constante em muitas bacias hidrográficas brasileiras. Contudo, a utilização de águas com alto teor de sódio pode trazer uma série de prejuízos para os solos agrícolas, especialmente aos mais argilosos e com drenagem deficiente. A pesquisa objetivou avaliar o risco de sodificação dos solos da microbacia hidrográfica do Lajeado Erval Novo com a introdução de águas subterrâneas para atividades de irrigação. Para tanto, aplicou-se um modelo quali-quantitativo para cruzar informações das concentrações salinas da água subterrânea de 14 poços tubulares localizados na região com características geomorfológicas da microbacia. Para avaliação do teor de sódio das águas subterrâneas utilizou-se o índice de Relação de Adsorção de Sódio (RAS como indicador da porcentagem de sódio contido em água que pode ser adsorvido pelo solo. Esse indicador aliado ao mapeamento em Sistema de Informação Geográfica (SIG das características de declividade e tipo de solo forneceram um diagnóstico do risco de salinização do solo em diferentes partes da microbacia. Como resultado, evidenciou-se o elevado risco de sodificação na porção sul da microbacia ao utilizar águas para irrigação classificadas com índice RAS alto (>18 e muito alto (>26. Estudos desta natureza visam contribuir para o levantamento de informações de interesse para a realização de práticas mais sustentáveis na agricultura, objetivando o uso dos recursos hídricos na região, servindo de contribuição para as políticas públicas do setor. Sodification risk mapping of soils in micro watershed in Rio Grande do SulAbstract: Currently, the use of groundwater for irrigation purposes has become a constant in many brazilian watershed. However, the use of water with high sodium content can bring a lot of damage to agricultural soils, especially the clay soils and with poor

  1. Prevalência de dislipidemias e fatores de risco associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Braz de Oliveira

    2017-10-01

    Full Text Available Introdução: A dislipidemia caracteriza-se pela elevação dos níveis plasmáticos de colesterol de baixa densidade (LDL-c, redução dos níveis de colesterol de alta densidade (HDL-c e/ou aumento de triglicérides (TG. Essas alterações evidenciam o risco para doenças cardiovasculares (DCV e uma alta probabilidade de ocorrência de morte por eventos coronarianos. Objetivo: Avaliar a prevalência de dislipidemia e fatores de risco associados em pacientes ambulatoriais do hospital universitário da Universidade Federal do Piauí. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, no qual a amostra foi constituída por 124 pacientes. Foram analisados os principais fatores de risco modificáveis: sobrepeso e sedentarismo, e não modificáveis: idade e sexo. Resultados: Foram selecionados 137 pacientes para participarem do estudo, porém 13 foram excluídos, pois apresentavam dados incompletos, permanecendo 124 pacientes. Os fatores de risco modificáveis mais prevalentes no estudo foram sobrepeso (75,86% nos homens com dislipidemia e 84,48% nas mulheres com dislipidemia. O sedentarismo foi observado em 69% dos homens com dislipidemia e 61% das mulheres com dislipidemia. Os fatores de risco associados à dislipidemia foram a hipertensão, o diabetes mellitus e o tabagismo. Conclusões: A partir da realização deste estudo foi possível concluir que a maioria dos pacientes não tinha conhecimento prévio de seu perfil lipídico; a dislipidemia mais prevalente foi a hipertrigliceridemia isolada e o fator de risco mais prevalente foi o sobrepeso. Faz-se necessário o maior acompanhamento desses pacientes, aconselhando-os em relação a seus hábitos de vida para que possam ter uma melhor qualidade de vida.

  2. Liberta o herói que há em ti: risco, mérito e transcendência no universo graffiti

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Campos

    2013-11-01

    Full Text Available Este artigo baseia-se numa pesquisa de natureza etnográfica realizada na área metropolitana de Lisboa, entre 2005 e 2007, cujo objeto é o graffiti urbano. Este é um contributo para o patrimônio de estudos dedicados à juventude, na medida em que aborda as questões de criatividade, agência e construção identitária num contexto social que, como diversas pesquisas têm demonstrado, é basicamente ocupado por indivíduos jovens. O risco e o gênio artístico são elementos que permitem avaliar o mérito de seus atores, fomentando a fabricação de uma representação do graffiti writer como um herói desalinhado, um virtuoso que se destaca do comum dos cidadãos. Seja pela vivência intensa do perigo na execução de graffiti ilegal em contextos ameaçadores, seja pela busca de uma linguagem estética singular e inovadora, o writer transcende fronteiras normativas e limitações pessoais. Argumentamos por isso que o graffiti é um fator de capacitação individual, um recurso vital na construção de identidades pessoais e coletivas à margem dos padrões hegemônicos.

  3. Índices de obesidade central e fatores de risco cardiovascular na síndrome dos ovários policísticos Índices de obesidad central y factores de riesgo cardiovascular en el síndrome de ovarios poliquísticos Central obesity index and cardiovascular risk factors in polycystic ovary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Caldas Costa

    2010-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A obesidade abdominal apresenta elevada prevalência em mulheres com síndrome dos ovários policísticos (SOP e está associada a um aumento do risco cardiovascular. OBJETIVO: Verificar a acurácia da circunferência da cintura (CC, da relação cintura-quadril (RCQ, da relação cintura-estatura (RCEST e do índice de conicidade (índice C, no que se refere à detecção de fatores de risco cardiovascular (FRCV em mulheres com SOP. MÉTODOS: Por meio de estudo transversal, foram alocadas 102 mulheres (26,5 ± 5 anos com diagnóstico de SOP, de acordo com o consenso de Rotterdam. O colesterol total (CT, os triglicerídeos (TG, o LDL-colesterol (LDL-C, o HDL-colesterol (HDL-C, a glicemia de jejum, a glicemia após teste oral de tolerância à glicose (TOTG e a pressão arterial (PA foram avaliados em todas as pacientes, além das variáveis antropométricas. RESULTADOS: A relação cintura-estatura foi o marcador que apresentou correlações positivas significativas com o maior número de FRCV (PA, TG e glicemia após TOTG, destacando-se ainda a correlação negativa com HDL-C. Todos os marcadores antropométricos avaliados se correlacionaram positivamente com PA, enquanto CC e RCQ apresentaram correlação positiva também com TG. No tocante à acurácia para detecção de FRCV, os indicadores antropométricos considerados apresentaram taxas de sensibilidade superiores a 60%, com destaque para a RCEST, que apresentou sensibilidade superior a 70%. CONCLUSÃO: A RCEST demonstrou ser o indicador antropométrico com a melhor acurácia para a predição de FRCV. Nesse sentido, propõe-se a inclusão desse parâmetro de fácil mensuração na avaliação clínica para o rastreamento de mulheres com SOP e FRCV.FUNDAMENTO: La obesidad abdominal presenta elevada prevalencia en mujeres con Síndrome de Ovarios Poliquísticos (SOP y está asociada a un aumento del riesgo cardiovascular. OBJETIVO: Verificar la precisión de la circunferencia de

  4. Comportamentos de risco para a saúde entre adolescentes em conflito com a lei Health risk behavior among young offenders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Alves de Sena

    2008-10-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar as condutas de saúde entre adolescentes em conflito com a lei, internos em instituição de atendimento sócio-educativo em município da região metropolitana do Recife, Pernambuco, Brasil. A amostra foi composta por 241 jovens do sexo masculino, de 12 a 18 anos de idade. Para a coleta de dados, utilizou-se uma versão reduzida do questionário de autopreenchimento utilizado pelo Centers for Disease Control and Prevention dos Estados Unidos, traduzido e adaptado para jovens brasileiros. Entre os jovens pesquisados, 79,7% afirmaram ter portado arma, assim como 52,7% estiveram envolvidos em briga com agressão física nos últimos 12 meses. Verificou-se que a maioria dos jovens pesquisados era usuário de tabaco (87,6% e álcool (64,7%. Grande parte dos jovens afirmou já ter experimentado algum produto inalante na vida (68,9% e ter feito uso de maconha (81,3%. A maioria dos jovens (95,4% já tinha tido relação sexual, em geral com mais de um parceiro. Os jovens em situação de conflito com a lei apresentaram vários comportamentos de risco à saúde em percentuais elevados.The objective of this study was to investigate health risk behavior among teenage offenders committed to a social-educational institution in a city in Greater Metropolitan Recife, Pernambuco State, Brazil. The sample included 241 males 12-18 years of age. Data were collected with a brief self-completed questionnaire used by the Centers for Disease Control and Prevention, translated and adapted for young Brazilians. 79.7% of subjects reported having carried a gun and 52.7% had been in fights involving physical aggression in the previous 12 months. Most of the young offenders smoked cigarettes (87.6% and consumed alcohol (64.7%. The majority reported having sniffed inhalants (68.9%, and 81.3% had smoked marijuana. The vast majority (95.4% reported being sexually initiated, most having had sex with more than one partner. Young offenders

  5. Identificação de alunos em risco de apresentarem dislexia: um estudo sobre a utilização da monitorização da fluência de leitura num contexto escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Filipa Ferreira de Mendonça

    2014-03-01

    Full Text Available A finalidade deste estudo foi descrever o uso da monitorização com base no currículo (MBC - fluência, na identificação de alunos em risco de apresentarem dislexia. Participaram 146 alunos do 3º ano do 1º Ciclo do Ensino Básico dum agrupamento de escolas do concelho de Braga, Portugal, que foram monitorizados em dois momentos ao longo do ano letivo. Foram considerados alunos em risco, aqueles cujo resultado se encontrava abaixo ou no percentil 20. Os resultados permitiram concluir que: 1 A prova de MBC mostrou ser econômica, fácil e rápida de aplicar, de cotar e bem aceita pelos professores e alunos; 2 Em média, a prestação dos alunos na primeira aplicação foi de 85,21 (DP = 28,41 palavras corretas por minuto (pcpm, na segunda aplicação (final do ano letivo foi de 97,46 (DP = 30,07 pcpm; 3 O crescimento semanal foi de 0,49 (DP=0,38 pcpm; 4 Encontram-se em risco de apresentarem dislexia, após a segunda aplicação 11 rapazes e 18 raparigas; 5 A diferença de resultados entre turmas é estatisticamente significativa; 6 No final do ano letivo em duas turmas mais de 30% dos alunos estão em risco de apresentarem dislexia, tendo em conta o valor do risco da amostra; 7 70,55% dos participantes não atingiram o objetivo das 110 pcpm estipulado pelo Ministério da Educação para aquele ano de escolaridade; 8 O valor do Alfa de Cronbach para a primeira aplicação foi de 0,981 e para a segunda aplicação foi de 0,978.

  6. Riesgo cardiovascular, calidad de Vida y años de vida ajustados por calidad: un estudio de caso Risco cardiovascular, qualidade de vida e anos de vida ajustados por qualidade: um estudo de caso Cardiovascular risk, quality of life and quality-adjusted years of life: a case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Lorena Duque Henao

    2010-03-01

    ção dos pacientes em programa de promoção e prevenção de ECV está relacionada com redução no risco e melhoria na qualidade de vida.Objective: to determine the ratio cost-utility of cardiovascular diseases (CVD promotion and prevention programs in a health care providing institution in the city of Medellin (Colombia. Methodology: the preventive program was compared before and after with the conventional control scheme under the design of a quasi experimental study evaluation with a non equivalent control group. Between the studied groups’ differences of the following results were evaluated at the end of the first and second year: Framingham score, direct cost of the program, quality of life, health indexes and quality-adjusted years of life. Results: in the evaluated groups a statistically meaningful difference was found between the initial and final moments for the variables:Framingham score, direct cost of the program, quality of life, health indexes and quality-adjusted years of life. Conclusion: the participation of patients in CVD prevention and promotion programs is related with risk reduction and a better quality of life.

  7. Avaliação de risco de violência em Psiquiatria Forense Violence risk assessment in Forensic Psychiatry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elias Abdalla-Filho

    2004-01-01

    Full Text Available A relação entre transtorno psiquiátrico e comportamento violento vem sendo investigada de forma cada vez mais criteriosa e novos instrumentos de avaliação de risco de violência vêm sendo desenvolvidos nas últimas décadas. Este estudo apresenta um panorama atualizado dos recursos utilizados neste tipo de avaliação, tanto clínicos quanto sistematizados, enfatizando o surgimento de novos instrumentos padronizados. O objetivo maior não está concentrado na apresentação de dados matemáticos ou pontos de corte dos checklists desenvolvidos, mas, sim, nos fatores de risco, além do transtorno mental, levantados nestes instrumentos, o que permitirá uma melhor compreensão da complexidade de tal avaliação e do grau de participação da existência de doença mental. A conclusão aponta para a importância de uma avaliação equilibrada entre o exame clínico e os fatores citados nos instrumentos padronizados, bem como para a adoção de uma postura igualmente equilibrada no sentido de não supervalorizar nem tampouco negligenciar a relação que existe entre transtorno psiquiátrico e comportamento violento.Transcranial magnetic stimulation (TMS is a new technique capable of stThe correlation between psychiatric disorder and violent behaviour has been investigated in an increasingly judicious manner and new tools of violence risk assessment have been developed in the last decades. The present study presents an updated overview of the resources used in such type of evaluation, both clinical and systematic ones, focusing on the development of new standardized tools. The main objective is not based on the presentation of mathematical data nor the cut-off scores from the developed checklists, but on the risk factors, beyond mental disorder, raised in such tools. This will allow an improved understanding of the complexity of such evaluation and the degree of participation of the existence of mental disease. The conclusion will emphasize the

  8. Estudo de Urbanização em Áreas de Risco a Escorregamentos nos Loteamentos do Recreio São Jorge e Novo Recreio, Região do Cabuçu, Guarulhos (SP, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Emi Sato

    2011-10-01

    Full Text Available Este artigo, desenvolvido a partir de dissertação de mestrado em Análise Geoambiental da Universidade Guarulhos, apresenta um estudo de urbanização em áreas de risco a escorregamentos dos loteamentos do Recreio São Jorge e Novo Recreio, localizados no município de Guarulhos, São Paulo, Brasil. O estudo adotou a microbacia Taquara do Reino como unidade de planejamento urbano e considerou a carta de zoneamento de risco e suscetibilidade a escorregamentos, assim como a cartografia de restrições legais ao uso do solo. O resultado obtido foi a elaboração de uma alternativa de urbanização como ensaio prático de aplicação dos critérios estudados, considerando a necessidade de melhorar-se as condições ambientais do uso do solo nessa microbacia.

  9. Diarréia nosocomial em unidade de terapia intensiva: incidência e fatores de risco Nosocomial diarrhea in the intensive care unit: incidence and risk factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérvulo Luiz Borges

    2008-06-01

    Full Text Available RACIONAL: Diarréia nosocomial parece ser comum em unidades de terapia intensiva, embora sua epidemiologia seja pouco documentada em nosso meio. OBJETIVO: Determinar a incidência e fatores de risco de diarréia entre pacientes adultos internados em unidade de terapia intensiva. MÉTODOS: Foram incluídos prospectivamente 457 pacientes no período entre outubro de 2005 e outubro de 2006. Dados demográficos, clínicos e bioquímicos, bem como aspecto e número de evacuações eram registrados diariamente até a saída do paciente do setor. RESULTADOS: Diarréia ocorreu em 135 (29,5% pacientes, durando em média 5,4 dias. O tempo do seu início em relação à internação foi de 17,8 dias e casos similares de diarréia no mesmo período foram registrados em 113 (83,7% pacientes. A mortalidade hospitalar foi maior nos pacientes com diarréia do que naqueles sem esta intercorrência. Na análise multivariada através de modelo de regressão logística, apenas o número de antibióticos (OR 1,65; IC 95% = 1,39-1,95 e o número de dias de antibioticoterapia (OR 1,16; IC 95% = 1,12-1,20 associaram-se estatisticamente com a ocorrência de diarréia. Cada dia de acréscimo a mais da antibioticoterapia aumentou em 16% o risco de diarréia (IC 12% a 20%, enquanto a adição de um antibiótico a mais ao esquema antimicrobiano aumentou as chances de ocorrência de diarréia em 65% (IC 39% a 95%. CONCLUSÃO: A incidência de diarréia nosocomial na unidade de terapia intensiva é elevada (29,5%. Os principais fatores de risco para sua ocorrência foram número de antibióticos prescritos e duração da antibioticoterapia. Além das precauções entéricas, a prescrição judiciosa e limitada de antimicrobianos, provavelmente reduzirá a ocorrência de diarréia neste setor.BACKGROUND: Nosocomial diarrhea seems to be common at intensive care units, although its epidemiology be poorly documented in Brazil. AIM: To determine the incidence and risk factors of

  10. Alcohol, drugs, and risky sexual behavior are related to HIV infection in female adolescents Álcool, drogas e comportamento sexual de risco estão relacionados à infecção por HIV em mulheres adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Margareth Siqueira Bassols

    2010-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To examine associations between risk factors for HIV infection in a sample of young women who sought HIV testing in a city of southern Brazil. METHOD: Cross-sectional study with a consecutive convenience sample of 258 female adolescents aged 13 to 20 years evaluated in an anonymous testing site for HIV and sexually transmitted diseases in Brazil. Risk behavior for HIV was assessed with the Brazilian version of the Risk Assessment Battery and HIV status was assessed through ELISA (Enzyme Linked Immunosorbent Assay. RESULTS: Overall seropositivity rate was 7.4%. HIV-seropositive patients had significantly more sexual intercourse in exchange for money, higher rates of pregnancy and abortion, as well as earlier sexual debut. In multiple analyses with the inclusion of two composite variables (sex risk and drug risk, only drug risk was associated with positive HIV status (OR = 4.178; IC 95% = 1.476-11.827. CONCLUSION: Our findings suggest that high HIV seropositivity among female adolescents seeking HIV testing in Brazil directly reflects the need for effective interventions specifically designed to prevent risk behaviors in order to halt the spread of HIV infection.OBJETIVO: Descrever fatores de risco para infecção pelo HIV numa amostra de adolescentes do sexo feminino que procurou fazer o teste HIV em uma cidade do sul do país. MÉTODO: Num estudo transversal, 258 adolescentes do sexo feminino foram avaliadas em relação ao seu estado sorológico para o vírus HIV e comportamentos de risco utilizando-se a versão brasileira da escala Risk Assessment Battery. RESULTADOS: A taxa geral de soropositividade foi de 7,4%. As jovens soropositivas tiveram significativamente mais relações sexuais em troca de dinheiro, história de gravidez e aborto prévio, bem como iniciação sexual mais precoce do que as adolescentes soronegativas. Nas análises multivariadas, com a inclusão de duas variáveis compostas ("risco sexual" e "risco por drogas

  11. Efeitos do exercício aeróbico e anaeróbico em variáveis de risco cardíaco em adultos com sobrepeso Effects of aerobic and anaerobic exercise on cardiac risk variables in overweight adults

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Medeiros Moreira

    2008-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O exercício físico aeróbico é importante aliado no combate aos fatores de risco cardiovascular. No entanto, os efeitos de exercícios de alta intensidade sobre tais fatores ainda são pouco conhecidos. OBJETIVO: Comparar os efeitos de protocolos de exercícios aeróbico e anaeróbico sobre fatores associados ao risco cardíaco. MÉTODOS: Vinte e dois indivíduos com idade média de 40±8 anos foram alocados nos grupos: controle (CO, treinamento de endurance (ET e treinamento intermitente (IT. Os protocolos tiveram duração de 12 semanas, três vezes por semana; e intensidades de 10% abaixo e 20% acima do limiar anaeróbico (LAn. Foram medidas: massa corporal total (MCT, índice de massa corporal (IMC, circunferências de cintura (CINT e quadril (QUA e a composição corporal, além das concentrações plasmáticas de glicose (GLI, colesterol total (CHO e triglicérides (TG; ainda foram calculados a razão cintura-quadril (PCCQ e o índice de conicidade (Índice C. RESULTADOS: As variáveis de MCT, IMC, CINT, GLI e a composição corporal apresentaram alterações significativas nos grupos ET e IT. Os valores de CHO e QUA foram significativamente reduzidos no grupo ET, enquanto a PCCQ mostrou redução significativa no grupo IT. O LAn e o índice C, no grupo IT foram significativamente diferentes em relação a ET. CONCLUSÃO: Tendo em vista as diferenças encontradas nas respostas das variáveis estudadas, em razão do treinamento empregado, concluímos que um programa de exercício que contemple atividades de alta e baixa intensidades seja mais completo para garantir a redução de maior número de variáveis de risco cardíaco.BACKGROUND: Aerobic exercise is an important ally in the fight against cardiovascular risk factors. However, the effects of high-intensity exercise on these factors are still poorly known. OBJECTIVE: To compare the effects of aerobic and anaerobic exercise protocols on cardiac risk factors. METHODS: 22

  12. Clinical profile and nursing diagnosis of patients at risk of pressure ulcers Perfil clínico y diagnósticos de enfermería de pacientes en riesgo de contraer úlcera por presión Perfil clínico e diagnósticos de enfermagem de pacientes em risco para úlcera por pressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amália de Fátima Lucena

    2011-06-01

    agudo, Alteración en la eliminación urinaria, Integridad de la piel perjudicada, Riesgo para perjuicio de la integridad de la piel. Se concluye que estos DEs, en la mayoría, son comunes a la práctica clínica de enfermería.Estudo transversal, cujos objetivos foram caracterizar os pacientes em risco para úlcera por pressão (UP e identificar os seus diagnósticos de enfermagem (DEs. A amostra consistiu de 219 hospitalizações de pacientes adultos em risco para UP, determinado pela escala de Braden. Os dados foram coletados, retrospectivamente, em registros da escala de Braden e em prontuário eletrônico e, após, analisados estatisticamente. A maioria dos pacientes era de mulheres, idosos, com tempo de internação mediano de nove dias e portadores de doenças cerebrovasculares, pulmonares, cardiovasculares, metabólicas e neoplásicas. Os DEs mais frequentes foram risco para infecção, síndrome do déficit no autocuidado, déficit no autocuidado: banho/higiene, mobilidade física prejudicada, nutrição desequilibrada: menos do que as necessidades corporais, padrão respiratório ineficaz, integridade tissular prejudicada, dor aguda, alteração na eliminação urinária, integridade da pele prejudicada, risco para prejuízo da integridade da pele. Conclui-se que esses DEs, na maioria, são comuns à prática clínica de enfermagem.

  13. Identificação de fatores de risco de desnutrição em pacientes internados Identification of malnutrition risk factors in hospitalized patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia de Aquino

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores associados ao risco de desnutrição em pacientes internados. MÉTODOS: Estudo transversal, realizado em um hospital geral de São Paulo, em uma amostra de conveniência de 300 pacientes adultos, com idade entre 18 e 64 anos. Foi aplicado um questionário estruturado, constituído por informações antropométricas, clínicas e dietéticas, e os pacientes foram classificados e dicotomizados em desnutridos e não desnutridos. Para a identificação dos fatores associados à desnutrição foi conduzida uma regressão logística múltipla e foram selecionadas as variáveis preditivas. As variáveis foram organizadas segundo o valor de oddsratio (OR, intervalo de confiança (IC 95%, coeficiente de regressão (β e nível descritivo do teste (p. RESULTADOS: A desnutrição ocorreu em 60,7% da amostra, e as variáveis encontradas associadas à desnutrição foram a presença de: perda de peso recente e involuntária, ossatura aparente, redução de apetite, diarreia, ingestão energética inadequada e gênero masculino. CONCLUSÃO: Os fatores associados à desnutrição podem ser levantados no momento da internação e conduzirem a uma avaliação que permita uma adequada terapia de intervenção e recuperação nutricional.OBJECTIVE: To identify factors associated with the risk of malnutrition in hospitalized patients. METHODS: Cross-sectional study, performed in a general hospital located in São Paulo, in a convenience sample of 300 adult individuals, aged 18 to 64 years. A structured questionnaire was applied consisting of anthropometric, clinical and dietary data, and the patients were evaluated and dichotomized into malnourished and non-malnourished. A multiple logistic regression was performed to identify the factors associated with malnutrition. The variables were organized according to the values of odds ratio (OR, confidence interval (95% CI, regression coefficient (β and descriptive level of significance (p

  14. Organochlorine exposure and breast cancer risk in Colombian women Exposição a organoclorados e risco de câncer de mama em mulheres colombianas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. Olaya-Contreras

    1998-01-01

    Full Text Available An epidemiological study was performed in Santafé de Bogotá, Colombia, with a total of 306 women enrolled, including 153 incident BC cases and 153 age-matched controls. The objective of this study was to evaluate the association between BC risk and serum dichlorodiphenyl-dichloroethene (DDE levels. Sociodemographic and reproductive data, diet, and past exposure to pesticides were obtained through a structured questionnaire. Chemical analysis of samples was performed by high resolution gas chromatography-ECD. Likelihood of developing BC by exposure to these substances was evaluated through odds ratios (OR adjusted for: first-child breast-feeding, family BC history, body mass index (BMI, parity, and menopausal status. Data analysis was performed by conditional logistic regression techniques. Adjusted OR for exposure to serum DDE and BC suggests an increase risk of BC in the higher category of DDE exposure (OR = 1.95; CI 1.10-3.52. The test for trend was not statistically significant (p = 0.09. We confirm that serum DDE levels bear a positive association to risk of BC and could support the association between risk of BC and burden of DDE exposure.Em estudo epidemiológico realizado em Santa Fé de Bogotá, Colômbia, 153 casos incidentes de câncer de mama (CM foram comparados com 153 controles, pareados por idade. O objetivo deste estudo foi avaliar a associação entre o risco de CM e níveis séricos do pesticida DDT (DDE. Dados reprodutivos e sócio-demográficos, características da dieta e informação sobre exposição pregressa a pesticidas foram obtidos por meio de questionário. A análise química de amostras de sangue foi realizada através de cromatografia a gaz de alta resolução - ECD. A verossimelhança de desenvolver CM como decorrência de exposição a estas substâncias foi avaliada através de odds ratios (OR, obtidas por técnicas de regressão logística condicional, ajustadas para amamentação do primogênito, hist

  15. Sensibilidade e aleitamento materno em díades com recém-nascidos de risco Breastfeeding and maternal sensitivity in dyads with infants born at risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Alfaya

    2005-08-01

    Full Text Available O presente estudo investigou a relação entre o tipo de alimentação do bebê (aleitamento materno, fórmula e alimentação mista e os comportamentos de interação mãe-bebê, a partir do conceito de sensibilidade materna. Participaram 20 díades com bebês nascidos pré-termos (Grupo I que necessitaram de tratamento intensivo neonatal, 14 díades com bebês nascidos a termo (Grupo II que necessitaram de tratamento intensivo neonatal, e 24 díades com bebês nascidos a termo sadios (Grupo III. O risco do recém-nascido foi considerado a partir de sua necessidade de tratamento intensivo neonatal. A interação mãe-bebê foi filmada durante a situação de face-a-face, aos dois meses de idade do bebê, e avaliada conforme o Protocolo de Interação Mãe-Bebê (Schermann et al. 1994 que pontua itens referentes aos comportamentos interativos da mãe, do bebê e da díade mãe-bebê. Os resultados mostraram que a sensibilidade materna diferiu entre os três grupos investigados (p = 0,039, havendo maior incidência no Grupo III (grupo controle. A partir do estudo realizado, é possível inferir que a sensibilidade materna é mais favorável em mães de bebês nascidos a termo e sadios do que em mães de bebês nascidos com risco neonatal. O aleitamento materno é um importante fator que promove o estabelecimento de uma sensibilidade materna mais favorável, sendo fundamental o incentivo da amamentação mesmo para recém-nascidos pré-termo e a termo de risco.The purpose of this study was to investigate the relation between the kinds of infant's feeding (breastfeeding, complement and mixed and the mother-infant interactional behaviors. The participants included 20 dyads of pre-term infant (Group I who had needed intensive care, 14 dyads of full-term infant (Group II who had needed intensive care, and 24 dyads of full-term health infants (Group III. The risk was considered by the neonatal intensive care needed. The mother-infant interaction was

  16. Lung cancer risk in painters: a meta-analysis Risco de câncer de pulmão em pintores: uma meta-análise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neela Guha

    2011-08-01

    Full Text Available We conducted a meta-analysis to quantitatively compare the association between occupation as a painter and the incidence or mortality from lung cancer. PubMed and the reference lists of pertinent publications were searched and reviewed. For the meta-analysis, we used data from 47 independent cohort, record linkage, and case-control studies (from a total of 74 reports, including > 11,000 incident cases or deaths from lung cancer among painters. Three authors independently abstracted data and assessed study quality. The summary relative risk (meta-RR, random effects for lung cancer in paint-ers was 1.35 [95% confidence interval (CI, 1.29-1.41; 47 studies] and 1.35 (95% CI, 1.21-1.51; 27 studies after controlling for smoking. The relative risk was higher in never-smokers (meta-RR = 2.00; 95% CI, 1.09-3.67; 3studies and persisted when restricted to studies that adjusted for other occupational exposures (meta-RR = 1.57; 95% CI, 1.21-2.04; 5 studies. These results support the conclusion that occupational exposures in painters are causally associated with the risk of lung cancer.Conduziu-se uma meta-análise para comparar quatitativamente a associação entre o trabalho de pintor e a incidência ou mortalidade por câncer de pulmão. PubMed e listas de referência de publicações pertinentes foram pesquisadas e revisadas. Para a análise, foram usados dados de 47 estudos de caso, coorte independente e ligação de dados (de um total de 74 relatórios, incluindo > 11 mil casos de incidentes ou morte por câncer de pulmão entre pintores. Três autores coletaram dados e avaliaram a qualidade de estudo. O risco relativo (meta-RR, efeitos aleatórios de câncer de pulmão em pintores foi de 1,35 [95% intervalo de confiança (IC, 1,29-1,41; 47 estudos] e 1,35 (95% IC, 1,21-1,51; 27 estudos depois de se destacar os fumantes. O risco relativo foi maior naqueles que nunca fumaram (meta-RR = 2.00; 95% CI, 1,09-3,67; 3 estudos e persistiu quanto restringido a

  17. Risco de suicídio e comportamentos de risco à saúde em jovens de 18 a 24 anos: um estudo descritivo Suicide risk and health risk behavior among youth between the ages of 18 and 24 years: a descriptive study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane da Costa Ores

    2012-02-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar risco de suicídio e comportamentos de risco em jovens. Estudo transversal na zona urbana de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, realizado por amostragem sistemática. Foram incluídos jovens de 18 a 24 anos, com capacidade cognitiva e que assinaram termo de consentimento. Foram aferidos risco de suicídio (MINI; comportamentos de risco (YRBSS; abuso/dependência de substâncias (ASSIST; e nível socioeconômico (ABEP. Os dados foram analisados no programa SPSS. A amostra constituiu-se de 1560 jovens e a prevalência de risco de suicídio foi de 8,6%. O risco de suicídio foi associado com: ter sofrido acidente com necessidade de ir ao pronto-socorro (p = 0,011, ter entrado em briga com agressão física (p = 0,016, ter carregado arma branca (p = 0,001 e arma de fogo (p The aim of this study was to assess suicide risk and risk behavior in young people. A cross-sectional study in the urban area of Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil was performed using systematic sampling with young people between the ages of 18 to 24 years. We measured the risk of suicide (MINI, behavior (YRBSS, abuse/substance dependence (ASSIST and socioeconomic status (ABEP. Data was analyzed using SPSS software. The sample consisted of 1,560 young people and the prevalence of suicide risk was 8.6%. Suicide risk was associated with: having suffered an accident that required a visit to the emergency room (p = 0.011, fighting (p = 0.016, carrying a weapon (p = 0.001 and carrying a firearm (p < 0.001, substance abuse/dependence (p < 0.001, not having used a condom during the last sexual relationship (p = 0.025, not having a steady partner (p < 0.001 and having sex with five or more people (p = 0.018. Young people that present risk behavior also represent a suicide risk.

  18. Prevalência e fatores de risco para tabagismo em adolescentes Prevalence and risk factors for smoking among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maura C Malcon

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O tabagismo é uma das principais causas de enfermidades evitáveis e incapacidades prematuras. Nesse sentido, realizou-se estudo com o objetivo de medir a prevalência e estudar fatores de risco associados ao tabagismo nos adolescentes. MÉTODOS: A partir de um delineamento transversal de base populacional, estudou-se uma amostra representativa de 1.187 adolescentes de 10 a 19 anos, da zona urbana de Pelotas, sul do Brasil. Todos os adolescentes da amostra, de cada domicílio, foram entrevistados por meio de questionário pré-codificado, individual e confidencial. Utilizou-se o teste de Kaplan-Meier para análise da curva de sobrevida. RESULTADOS: A prevalência de tabagismo na amostra foi de 12,1% (IC95% 10,3%-14%. As prevalências foram similares para os sexos femininos e masculinos. Os fatores de risco para tabagismo na análise multivariada, por regressão logística, foram: maior idade, odds ratio (OR de 28,7 (11,5-71,4, irmãos mais velhos fumantes, OR de 2,4 (1,5-3,8, três ou mais amigos fumantes, OR de 17,5 (8,8-34,8 e baixa escolaridade OR de 3,5 (1,5-8,0. CONCLUSÕES: A prevalência de tabagismo na adolescência mostrou-se alta, na cidade de Pelotas. Campanhas antitabágicas devem ser direcionadas à comunidade e à família tendo o adolescente como alvo. Medidas legais adotadas pelo governo são importantes para impedir o acesso dos adolescentes ao cigarro.OBJECTIVE: Tobacco smoking is one of the main causes of preventable disease and premature disability. Th estudy was aimed at measuring smoking prevalence and related risk factors among adolescents. METHODS: A population-based cross-sectional study was carried out in a representative sample of 1,187 adolescents aged 10 to 19 years living in the urban area of Pelotas, southern Brazil. All adolescents were interviewed separately using a confidential coded questionnaire. Kaplan-Meier test was performed for survival curve analysis. RESULTS: The overall smoking prevalence

  19. Fatores de risco associados à intensidade de dor nas costas em escolares do município de Teutônia (RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matias Noll

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo Este estudo teve como objetivo verificar a prevalência e intensidade de dor nas costas (DC e os fatores de risco associados a um nível de elevada intensidade de dor em escolares do Ensino Fundamental de Teutônia, RS. Participaram deste estudo epidemiológico 1.597 escolares de 5ª a 8ª séries. Os dados foram coletados por meio de um questionário autoaplicável e analisados a partir de uma análise multivariável e do cálculo das razões de prevalência (RP (α=0,05. Verificou-se que a prevalência de DC nos últimos três meses foi de 55,7% (n = 802 e que a elevada intensidade de DC está associada com as variáveis: frequência de dor (RP = 1,37; p = 0,001, impedimento ao fazer atividades do dia a dia (RP = 1,25; p = 0,001 e meio de transporte do material escolar (RP = 1,10; p = 0,026. Estes resultados podem auxiliar os professores de educação física a planejar suas atividades curriculares.

  20. Redução do limiar de reflexo acústico em neonatos sem risco auditivo Reduction of acoustic reflex threshold in neonates without auditory risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jordana Costa Soares

    2006-02-01

    Full Text Available A sensibilização auditiva, ferramenta utilizada na pesquisa dos reflexos acústicos, provoca a redução do limiar de reflexo acústico a partir de um estímulo facilitador, que pode ser apresentado antes ou simultaneamente ao tom eliciador do reflexo acústico. São comparados os limiares pré e pósexposição ao estímulo, esperando-se obter a redução do limiar. A partir do estudo dos reflexos acústicos é possível obter maiores informações a respeito das vias auditivas, como estruturas do tronco encefálico, visto que o arco reflexo está relacionado a núcleos auditivos nessa região. Eles também estão envolvidos no processamento auditivo. Assim, alterações do reflexo acústico poderiam estar relacionadas a falhas em habilidades de processamento auditivo. OBJETIVO: Esta pesquisa teve o objetivo de estudar a sensibilização do reflexo acústico a partir de um estímulo facilitador de 6 kHz em neonatos nascidos a termo, sem risco para alteração auditiva. RESULTADOS: Foi encontrada redução significativa do limiar de reflexo acústico para todas as freqüências pesquisadas em ambos os sexos. CONCLUSÃO: A apresentação simultânea de um estímulo facilitador de alta freqüência gera redução do limiar de reflexo acústico em neonatos sem risco para perda auditiva.The auditory sensitization, a tool used in the investigation of acoustic reflex, allows the decrease of acoustic reflex thresholds from a facilitating stimulus. It may be presented before or simultaneously with the elicitor tone. The thresholds after and before the facilitating stimulus are compared and it is expected to see the decreased threshold. From the study of the acoustic reflex it is possible to obtain information about the auditory pathways, such as structures of the brainstem, since the acoustic reflex pathway is related to the auditory nuclei in this site. They are also involved in auditory processing. Thus, alterations of the acoustic reflex could be

  1. Fatores de risco e profilaxia para tromboembolismo venoso em hospitais da cidade de Manaus Risk factors and prophylaxis for venous thromboembolism in hospitals in the city of Manaus, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson de Oliveira Andrade

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar e classificar os fatores de risco para tromboembolismo venoso (TEV em pacientes internados, avaliando as condutas médicas adotadas para a profilaxia da doença. MÉTODOS: Estudo observacional, de corte transversal no período de janeiro a março de 2006, envolvendo uma população de pacientes internados em três hospitais na cidade de Manaus (AM. A estratificação do risco para TEV foi feita com base nos critérios da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e da International Union of Angiology. Foram avaliados variáveis sobre os fatores de risco clínicos, cirúrgicos e medicamentosos, assim como os métodos profiláticos para TEV. Os dados foram analisados estatisticamente, adotando-se um alfa de 5% e IC95%. Os dados qualitativos foram analisados pelo teste do qui-quadrado e os dados quantitativos pelo teste t de Student. RESULTADOS: Foram estudados 1.036 pacientes num total de 1.051 internações, sendo 515 (49,7% homens e 521 (50,3% mulheres. Um total de 23 de fatores de risco para TEV foram identificados (número total de eventos, 2.319. O risco estratificado para TEV foi de 50,6%, 18,6% e 30,8% das internações para risco alto, moderado e baixo, respectivamente. Em 73,3% das internações, não foram adotadas medidas profiláticas não-medicamentosas durante o período do estudo, e em 74% das internações que apresentavam risco moderado ou alto, não foram adotadas quaisquer medidas terapêuticas medicamentosas. CONCLUSÕES: Este estudo evidenciou que, na população estudada, os fatores de risco foram frequentes e que medidas profiláticas não foram utilizadas para pacientes com riscos potenciais de desenvolverem TEV e suas complicações.OBJECTIVE: To identify and classify risk factors for venous thromboembolism (VTE in hospitalized patients, as well as to evaluate medical practices regarding prophylaxis for the disease. METHODS: An observational cross-sectional study, carried out between

  2. Comportamentos de risco ao HIV em utilizadores de heroína em um distrito português: estudo qualitativo HIV risk behaviors in heroin users in a Portuguese district: a qualitative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Fabiane Machado Gomes Marsden

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Explorar relatos de utilizadores de heroína sobre seus comportamentos de risco para transmissão do vírus da imunodeficiência humana (HIV no distrito de Vila Real, Portugal, já que a heroína é a droga predominante no que se refere ao uso problemático de drogas em Portugal, e 48% de todas as notificações de infecção por HIV no país são associadas à dependência de drogas. MÉTODO: Utilizadores de heroína recebendo tratamento ambulatorial para dependência em clínica pública foram selecionados aleatoriamente e convidados a participar do estudo. A coleta de dados foi realizada através de entrevista qualitativa semiestruturada, desenvolvida para explorar os relatos dos participantes sobre seu comportamento de risco associado ao uso de heroína. RESULTADOS: Vinte e cinco entrevistas foram realizadas. A idade média foi de 32 anos, e 92% eram homens. Os participantes relataram um tempo médio de uso de heroína de 14,7 anos, e 64% deles mencionaram uso diário da droga. Dois terços relataram uso de heroína e 16% referiram uso intravenoso da droga nos 30 dias anteriores à entrevista. 75% referiram compartilhamento de seringas ou parafernália de injeção. Front-loading ou back-loading foram técnicas comuns e não reconhecidas como comportamento de risco. 84% referiram ter sido testados anteriormente para o HIV. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de melhores programas de prevenção ao HIV para este grupo de risco é essencial através do uso de informações sobre movimentos demográficos e padrões de comportamento de utilizadores de heroína, abordando seus comportamentos de risco nas práticas sexuais e no compartilhamento de parafernália de injeção.OBJECTIVE: To explore heroin users' accounts of risk behavior in relation to the transmission of human immunodeficiency virus (HIV in the district of Vila Real, northern Portugal, since heroin is the predominant drug in problematic drug use in Portugal and 48% of the total

  3. Comparação do controle postural em cinco tarefas de equílibrio e a relação dos riscos de quedas entre idosas e adultas jovens

    OpenAIRE

    Gil, André Wilson de Oliveira; Silva, Rubens Alexandre da; Oliveira, Marcio Rogério de; Carvalho, Carlos Eduardo; Oliveira, Deise Aparecida de Almeida Pires

    2017-01-01

    RESUMO O envelhecimento é um processo natural que acarreta mudanças intrínsecas e extrínsecas ao organismo. O objetivo é analisar cinco tarefas de equilíbrio postural em idosas através da Plataforma de força, correlacionando com o risco de quedas avaliado pelo teste Timed Up and Go (TUG). Participaram do estudo 43 idosos e 40 adultos jovens, todos do sexo feminino, que foram avaliadas em uma plataforma de força com um protocolo padrão: descalças, com os braços ao longo do corpo nas tarefas bi...

  4. Raiva humana transmitida por cães: áreas de risco em Minas Gerais, Brasil, 1991-1999 Human rabies transmitted by dogs: risk areas in Minas Gerais, Brazil, 1991-1999

    OpenAIRE

    Cristiana Ferreira Jardim de Miranda; José Ailton da Silva; Élvio Carlos Moreira

    2003-01-01

    Com o objetivo de identificar e caracterizar as diferentes áreas de risco para a raiva humana transmitida por cães em Minas Gerais, realizou-se um estudo observacional retrospectivo quali-quantitativo, no período de 1991 a 1999. Utilizou-se a divisão do estado em 25 Diretorias Regionais de Saúde (DRS), vinculadas à Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Os indicadores estudados foram a estimativa de população canina, a ocorrência de raiva canina e felina confirmada por exames...

  5. Indicadores antropométricos de obesidade como instrumento de triagem para risco coronariano elevado em adultos na cidade de Salvador - Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pitanga Francisco José Gondim

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar vários indicadores antropométricos de obesidade e identificar dentre eles qual melhor discrimina o risco coronariano elevado (RCE. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, com amostra composta por 968 adultos de 30 a 74 anos de idade, sendo 391 (40,4% do sexo masculino. Foram construídas diversas curvas Receiver Operating Characteristic (ROC e comparadas às áreas sob as mesmas entre o índice de conicidade (índice C, índice de massa corporal (IMC, razão circunferência cintura-quadril (RCCQ, circunferência de cintura (CC e RCE. Verificou-se também a sensibilidade e especificidade para identificar e comparar o melhor ponto de corte entre os diversos indicadores de obesidade para discriminar o RCE. Foi utilizado intervalo de confiança a 95%. RESULTADOS: A maior área sob a curva ROC foi encontrada entre o índice C e RCE, em indivíduos do sexo masculino, 0,80 (0,74-0,85, diferindo significativamente dos demais indicadores de obesidade. Em mulheres, a maior área sob a curva ROC encontrada foi de 0,76 (0,71-0,81, sendo iguais entre índice C, RCCQ e RCE. CONCLUSÃO: Esses resultados demonstram que o índice C e RCCQ são os melhores indicadores de obesidade para discriminar RCE. A CC tem intermediário poder discriminatório e o IMC foi o indicador antropométrico de obesidade menos adequado para discriminar RCE. Estes dados sugerem que os indicadores de obesidade abdominal são melhores para discriminar RCE que os indicadores de obesidade generalizada.

  6. PEATE automático em recém nascidos de risco: estudo da sensibilidade e especificidade Automatic ABR in newborns risk: study of sensitivity and specificity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosanna Mariangela Giaffredo Angrisani

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a sensibilidade e especificidade do teste de potencial evocado auditivo de tronco encefálico em equipamento automático (PEATEa, comparando-o ao teste de potencial evocado auditivo de tronco encefálico em equipamento diagnóstico (PEATE em um programa de triagem auditiva neonatal em neonatos de risco. MÉTODO: foram avaliados 186 neonatos, 83 nascidos a termo e 103 pré-termo, sendo 88 do sexo masculino e 98 feminino. A triagem constou de emissões otoacústicas evocadas por estímulos transientes (EOAT, PEATEa e ao PEATE na mesma semana. RESULTADOS: dos 186 neonatos avaliados, 156 (83,9% apresentaram audição normal. A perda condutiva foi encontrada em 9 neonatos (4,8%,sendo 7 bilaterais e 2 unilaterais. A perda auditiva coclear foi observada em 5 neonatos (2,7% sendo um unilateral. Alteração central foi obtida em 11 neonatos (5,9% e um neonato foi diagnosticado como espectro da neuropatia auditiva -ENA(0,5%.Em 4 casos houve atraso maturacional na avaliação inicial com normalização das respostas no mês seguinte Comparando-se os resultados do PEATEa com o PEATE, observou-se alta sensibilidade ( superior a 99% para identificação de perda coclear,condutiva, central, atraso maturacional e ENA .A especificidade do PEATEa foi de 100% para ENA, mediana para perda coclear (75% na OD e 60% na OE, e para alterações centrais (54,5%OD e 63,6% OE. Para identificação de perdas condutivas (inferior a 43%. CONCLUSÃO: o PEATEa foi eficaz na identificação das neuropatias auditivas com elevada especificidade e sensibilidade. Contudo, falsos negativos foram observados para perdas cocleares, condutivas, para alterações centrais e atraso maturacional.PURPOSE: to study the sensitivity and specificity of automatic ABR in comparison to diagnostic ABR of newborns under risk in a neonatal hearing screening program. METHOD: one hundred and eighty six neonates were evaluated, 83 born at term and 103 were pre terms, 88 male and 98

  7. A DUALIDADE HOMEM E NATUREZA: uma análise contextualmente situada em ambiência de riscos e incertezas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Maria da Costa Gonçalves

    2016-01-01

    Full Text Available Assuming the conditioned contemporary to assumptions and paradoxes of capitalism, is placed in suspense anthropocentric paradigm, investigating the relationship between man and nature. In this sense, it analyzes the oblivion of biocentrism and multidimensionality of the right to welfare and the future. Discuss the relationship between development and environmental protection in societies marked by insatiable consumption. Peering up the various manifestations of inequality in capitalist societies. Based on the categories of reflexive sociology, was made using the techniques of literature, documentary and discourse analysis. Finally, some representative considerations of scientific research under discussion. Key words: Biocentrism, sustainability, multidimensionality. Recebido em: 09.04.2016. Aprovado em: 06.06.2016. 1 INTRODUÇÃO

  8. Filtro respiratório reduz efeitos cardiovasculares associados à poluição: estudo randomizado, duplo-cego, controlado e cruzado em pacientes com insuficiência cardíaca (FILTER-HF trial)

    OpenAIRE

    Jefferson Luís Vieira

    2016-01-01

    Introdução A poluição do ar é um fator de risco associado com descompensação e mortalidade em pacientes com insuficiência cardíaca (IC). Objetivo Avaliar o impacto de um filtro de polipropileno sobre desfechos cardiovasculares em pacientes com IC e voluntários saudáveis durante exposição controlada à poluição. Métodos Ensaio clínico duplocego, controlado e cruzado, incluindo 26 pacientes com IC e 15 voluntários saudáveis, expostos a três protocolos diferentes de inalação randomizados por orde...

  9. Avaliação de uma escala de risco em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio: análise de 400 casos Assessment of a risk scale in patients submitted to coronary artery bypass surgery: analysis of 400 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hélcio Giffhorn

    2008-03-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi o de avaliar uma escala de risco baseada em um protocolo desenvolvido na The Cleveland Clinic Foundation para procedimento cirúrgico de revascularização do miocárdio (RM, utilizando os parâmetros de pré e peri-operatório e o quadro fisiológico do paciente na admissão à unidade de terapia intensiva (UTI. MÉTODO: No período de maio de 1999 a janeiro de 2002, parte dos pacientes submetidos a procedimento cirúrgico de RM no Serviço de Cirurgia Cardiovascular do Hospital Universitário Cajuru da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, foram incluídos no protocolo de avaliação do grau de risco operatório, de modo prospectivo e consecutivo. Na avaliação pré-operatória um parâmetro de 7 corresponderam a casos mais graves. Para a avaliação na admissão à UTI, esta classificação foi associada a valores de parâmetros de 14. A morbidade foi classificada em complicações maiores e menores. Foram incluídos todos os pacientes em que foi possível obter o registro de todas as variáveis do protocolo. RESULTADOS: Foram avaliados 400 pacientes que fizeram cirurgia com e sem o uso da circulação extracorpórea (CEC. Os fatores de risco pré-operatórios mais encontrados foram a idade entre 65 e 74 anos em 111 casos (27,75%, peso abaixo de 65kg em 106 (26,5%, diabete melito em tratamento em 89 (22,25%. O tempo de CEC foi acima de 160 minutos em 13 casos (6,95% e o balão intra-aórtico utilizado em 11 (2,75%. No quadro fisiológico de admissão à UTI, a diferença alvéolo-arterial igual ou acima de 250 mmHg foi o parâmetro mais encontrado em 334 pacientes (83,5%, o bicarbonato de sódio arterial abaixo de 21 mmol/L foi identificado em 265 pacientes (66,25%, e o desempenho cardiovascular marginal ou inadequado foi observado em 263 pacientes (65,75%. Complicações maiores ocorreram em 124 pacientes (31% e a síndrome de baixo débito foi mais freqüente em 64 (51

  10. A evicção de bens adquiridos em hasta pública e a responsabilidade sobre seus riscos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maiara Amaral dos Santos

    2006-12-01

    Full Text Available A evicção é uma figura jurídica admitida desde o direito romano. Porém a responsabilidade, diante de sua ocorrência em aquisições como a arrematação, sempre foi questão cabível de várias alterações e divergências ao longo do tempo. Geralmente atrelada aos contratos onerosos, sua ocorrência em aquisições através de hasta pública foi positivada apenas no Novo Código Civil no ordenamento jurídico brasileiro. Apesar disso, os questionamentos a respeito da atribuição de responsabilidade em tais alienações continuam admitindo diferentes entendimentos de acordo com as correntes teóricas seguidas Estas, trazem alienante, adquirente e Estado, assumindo diferentes papéis, e com base nisso imputam suas responsabilidades. Partindo das divergências apresentadas é que se propõe o presente artigo, que objetiva discutir o tema.

  11. Comportamentos sexuais de risco e preventivos masculinos: resultados de uma amostra recolhida através da internet em Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nuno Nodin

    2015-06-01

    Full Text Available Pretendeu-se com a pesquisa realizada estudar e comparar padrões de testagem em relação ao VIH; resultados do teste para o VIH; e comportamentos sexuais preventivos de homens homo, hetero e bissexuais. Os dados foram recolhidos através de um questionário on-line. A amostra foi constituída por 732 participantes com idade média de 32,2 anos, dos quais 53,7% identificaram-se como homossexual/gay; 27,4%, como heterossexual; e 18,3%, como bissexual, refletindo a divulgação privilegiada do estudo junto a organizações de lésbicas, gays, bissexuais e transgênero (LGBT. Nunca tinham realizado o teste para o VIH 26,6% dos participantes; 7,2% indicaram ser portadores do HIV. Homens gays apresentaram níveis significativamente mais elevados de testagem para o VIH e de soropositividade, quando comparados com os restantes. No geral, verificou-se ainda que homens gays indicaram ter mais comportamentos preventivos. Todos os grupos estudados apresentaram padrões comportamentais específicos e diferenciados em relação ao VIH. Conclui-se que são de grande importância intervenções comportamentais desenhadas à medida das necessidades dos diferentes grupos estudados, em particular junto aos homens heterossexuais e gays.

  12. Comportamento do Volume de Negociações e do Risco de Mercado antes e após os Resultados das Eleições Presidenciais em 2014: Um Estudo com Empresas Brasileiras de Capital Aberto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josilene da Silva Barbosa

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Consiste em analisar o efeito do resultado das eleições presidenciais em 2014 no risco de mercado medido em função do volume de títulos negociados pelas empresas brasileiras listadas na BM&FBOVESPA. Fundamento: Método: Nessa pesquisa a composição de amostras corresponde a todas as empresas com ações negociadas na Bovespa no período que corresponde às eleições para presidente da república realizada em outubro de 2014. Os dados que serviram de base para a realização dos testes são o preço das ações e volume de negociação de todas as empresas brasileiras de capital aberto, com títulos negociados na BM&FBOVESPA no período de 01 de janeiro de 2010 a 31 de agosto de 2015. Para análise dos dados, especificamente foi utilizada a metodologia teste de Chow (1960. Resultados: No estudo após proceder ao teste, constatou-se que a indefinição do cenário político pode ter provocado uma instabilidade no risco das empresas a um nível de significância de 5%. Os resultados mostram que 131 empresas apresentaram quebra estrutural o que corresponde a 71% da amostra, demonstrando que o risco das empresas em relação a investimentos mudou tanto para mais quanto para menos. Contribuições: O estudo é relevante para o mercado, pois, mostra que em períodos de instabilidade política o comportamento do mercado pode-se alterar, elevando o risco em função do volume de negociações. Ao prever esse tipo de alteração no mercado os investidores poderão se prevenir antecipadamente, tomando decisões que consideram esse tipo de evento, bem como as empresas também poderão tomar decisões preventivas.

  13. Do the health benefits of cycling outweigh the risks? Os benefícios à saúde em andar de bicicleta superam os riscos?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeroen Johan de Hartog

    2011-12-01

    Full Text Available Although from a societal point of view a modal shift from car to bicycle may have beneficial health effects due to decreased air pollution emissions and increased levels of physical activity, shifts in individual adverse health effects such as higher exposure to air pollution and risk of a traffic accident may prevail. We have summarized the literature for air pollution, traffic accidents, and physical activity using systematic reviews supplemented with recent key studies. We quantified the impact on all-cause mortality when 500,000 people would make a transition from car to bicycle for short trips on a daily basis in the Netherlands. We estimate that beneficial effects of increased physical activity are substantially larger (3-14 months gained than the potential mortality effect of increased inhaled air pollution doses (0.8-40 days lost and the increase in traffic accidents (5-9 days lost. Societal benefits are even larger because of a modest reduction in air pollution and traffic accidents. On average, the estimated health benefits of cycling were substantially larger than the risks relative to car driving for individuals shifting their mode of transport.Embora uma mudança do uso de carro para bicicleta possa trazer efeitos benéficos para a saúde devido à diminuição da poluição do ar e a um aumento da atividade física, esta mudança também pode trazer efeitos adversos à saúde como exposição à poluição e risco de acidentes de trânsito, os quais podem superar os benefícios. Nós resumimos a literatura sobre poluição do ar, acidentes de trânsito e atividade física, utilizando revisões sistemáticas suplementadas com estudos recentes. Quantificamos também o impacto na causa de mortalidade se 500 mil pessoas fizessem a transição de carro para bicicleta em viagens curtas diárias na Holanda. Estimamos que os efeitos benéficos do aumento da atividade física são substancialmente maiores do que o efeito potencial da

  14. Análise Computadorizada da Cardiotocografia Anteparto em Gestações de Alto Risco Computerized Antepartum Cardiotocography Analysis in High Risk Pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Mieko Yamamoto Nomura

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivos: analisar a freqüência dos resultados das cardiotocografias computadorizadas realizadas em gestantes de alto risco e relacionar o critério proposto pelo sistema com os resultados perinatais. Métodos: estudamos prospectivamente 233 gestantes de alto risco que realizaram 485 cardiotocografias computadorizadas. Foram excluídos casos de anomalias fetais e os exames com perda de sinal superior a 20% (proporção de episódios de 3,75 milissegundos do traçado onde não se constata intervalo de pulso por perda de captação dos sinais de batimentos cardíacos fetais. Para estudo da associação da cardiotocografia com os resultados perinatais, analisou-se o último exame realizado na semana anterior ao parto (71 casos, excluindo-se casos com diagnóstico de diástole zero ou reversa na dopplervelocimetria das artérias umbilicais. Resultados: após a exclusão de 33 exames com perda de sinal superior a 20%, constatou-se que 404 cardiotocografias foram caracterizadas como normais (83,3%. Quanto à duração do exame, em 62,1% foi de até 20 minutos e em 79,0% de até 30 minutos. A análise das correlações com os resultados perinatais demonstrou associação significativa (pPurpose: to study computerized cardiotocography performed in high-risk pregnancies, analyze the results, and correlate the criteria to perinatal results. Patients and Methods: two hundred and thirty-three high-risk pregnancies were studied prospectively, performing a total of 485 computerized cardiotocographies. The exclusion criteria included fetal anomalies and signal loss over 20% (proportion of 3.75-millisecond periods in which there were no valid pulse intervals. The perinatal results of 71 pregnancies were correlated to the last cardiotocography, performed at least seven days before birth, excluding patients with absent or reversed end diastolic velocities in the umbilical arteries. Results: thirty-three examinations with signal loss over 20% were excluded. The

  15. Estilo de vida e saúde cardiovascular em adolescentes de escolas do município de São Paulo Estilo de vida y salud cardiovascular en adolescentes de escuelas del municipio de São Paulo Lifestyle and cardiovascular health in school adolescents from São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inês Lancarotte

    2010-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A doença cardiovascular é a principal causa de mortalidade no mundo. Há evidências que demonstram a associação dessa patologia com fatores de risco cardiovascular, relacionados ao estilo de vida, incorporados na fase da adolescência. OBJETIVO: Identificar, em adolescentes, a prevalência de sobrepeso e do estilo de vida associado a risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, além dos fatores que os influenciam. MÉTODOS: Foi realizado um estudo observacional de dados individuais, transversal, com adolescentes matriculados em escolas públicas e privadas do município de São Paulo, englobando as séries de 5ª a 8ª do ensino fundamental; as informações foram obtidas através da aplicação de um questionário anônimo e da realização de medidas de peso e altura. RESULTADOS: Foram analisados 2.125 adolescentes, com idade média de 12,9 anos. Do total estudado: de 14,4% a 32,1% não praticaram esporte ou competição; de 56,0% a 73,6% ficaram mais de duas horas à frente de TV, videogame ou computador; aproximadamente 80% consumiram frutas e legumes de forma considerada inadequada; de 34,9% a 45,3% relataram consumo aumentado de sal; e de 60,9% a 74,4% consumo de refrigerantes. A prevalência de sobrepeso variou de 18,7% a 41,6%. CONCLUSÃO: É alta a prevalência em adolescentes escolares de fatores de risco associados ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares no adulto. Outros estudos são necessários para compreender melhor como esses fatores de risco se correlacionam e, assim, possibilitar a implementação de medidas preventivas, na fase da adolescência, com vistas à prevenção das doenças cardiovasculares do adulto.FUNDAMENTO: La enfermedad cardiovascular es la principal causa de mortalidad el mundo. Hay evidencias que demuestran la asociación de esa patología con factores de riesgo cardiovascular, relacionados al estilo de vida, incorporados en la fase de la adolescencia. OBJETIVO

  16. MATERIAL DIDÁTICO DE LÍNGUA INGLESA: UMA POSSÍVEL FERRAMENTA NA PROMOÇÃO DA INCLUSÃO DE ALUNOS EM SITUAÇÃO DE RISCO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Fernando Souza Lopes

    2016-12-01

    Full Text Available Este artigo visa discutir a inclusão-exclusão de crianças e adolescentes em situação de risco para, em seguida, propor um procedimento de elaboração de material específico de língua inglesa que procura viabilizar a participação desses sujeitos em seu processo de ensino-aprendizagem. Esta proposta fundamenta-se em uma pesquisa-ação, e se amplia por meio de autores que abordam a questão de inclusão-exclusão, como Gentili & Alencar (2007, Maciel (2005, e a elaboração de material didático, tais como Hutchinson e Waters (1987, e Dolz, Noverraz & Schneuwly (2004. Os resultados demonstram que o material desenvolvido e utilizado procurou considerar a análise de necessidades e expectativas.

  17. Perfil cardiovascular em pacientes com apneia obstrutiva do sono Perfil cardiovascular en pacientes con apnea obstructiva del sueño Cardiovascular profile in patients with obstructive sleep apnea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Dumas Cintra

    2011-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Apneia Obstrutiva do Sono (AOS é um fator de risco para várias condições cardiovasculares incluindo aumento na mortalidade cardiovascular. Sendo assim, é essencial o conhecimento das principais repercussões cardiovasculares dos distúrbios respiratórios do sono durante uma avaliação clínica. OBJETIVO: Analisar as características cardiovasculares de pacientes com AOS. MÉTODOS: Pacientes submetidos a polissonografia basal foram consecutivamente selecionados do banco de dados do Instituto do Sono entre março de 2007 e março de 2009. Todos os pacientes foram orientados a comparecer ao ambulatório para coleta de sangue, exame físico, eletrocardiograma de 12 derivações, espirometria, teste cardiopulmonar em esteira ergométrica e ecocardiograma transtorácico. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética e pesquisa e registrado no site http://clinicaltrials.gov/ sob o número: NCT00768625. RESULTADOS: Foram analisados 261 pacientes e 108 controles. As principais características dos pacientes com AOS foram: obesidade, hipertensão, baixos níveis plasmáticos de lipoproteínas de alta densidade (HDL e aumento no diâmetro do átrio esquerdo quando comparados com controles (3,75 ± 0,42; 3,61 ± 0,41, p = 0,001, respectivamente. Essas características associadas correspondem a um acréscimo de 16,6 vezes na probabilidade de ocorrência de AOS independentemente do relato de algum sintoma dessa desordem, como sonolência ou ronco. CONCLUSÃO: Na amostra avaliada, o perfil cardiovascular dos pacientes com AOS mais encontrado foi: obesidade, hipertensão arterial, baixos níveis plasmáticos de HDL e átrio esquerdo com diâmetro aumentado.FUNDAMENTO: Apnea obstructiva del sueño (AOS es un factor de riesgo para diversas condiciones cardiovasculares, incluido el aumento en la mortalidad cardiovascular. Por tanto, es imprescindible conocer las principales repercusiones cardiovasculares de los trastornos respiratorios del sue

  18. FACTORES DE RIESGO DE ETAS, EN UNA COMUNIDAD UNIVERSITARIA EN COLOMBIA FATORES DE RISCO PARA AQUISIÇÃO DOENÇAS TRANSMITIDAS POR ALIMENTOS, EM UMA UNIVERSIDADE EM COLOMBIA THE RISK FACTORS OF DTF, IN A COLOMBIA UNIVERSITY COMMUNITY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LILIANA SERNA C.

    2012-06-01

    Full Text Available Los alimentos constituyen una necesidad inherente al ser humano, y estos deben ser consumidos inocuos, es decir, que no representen riesgo para la salud del consumidor. Como un mecanismo de protección de la salud de una comunidad universitaria, en este trabajo se identificaron y evaluaron los factores de riesgo para adquirir enfermedades trasmitidas por alimentos (ETA en 4 expendios de alimentos de una comunidad universitaria en Colombia. Se realizó un diagnóstico del cumplimiento de buenas prácticas de manufactura utilizando una metodología de fácil aplicación en cualquier país del mundo y se realizó análisis microbiológico de alimentos, equipos y superficies. Los principales factores de riesgo encontrados fueron la falta de programas documentados de limpieza y desinfección, la ausencia de programas de residuos sólidos, la deficiencia en los programas de control de plagas, el mal diseño de las edificaciones y la presencia de coliformes de origen fecal en jugos de fruta y en ensaladas frescas.Alimento é uma necessidade inerente à condição humana, e estes devem ser consumidos com segurança, ou seja, que não representem risco à saúde dos consumidores. Como um mecanismo para proteger a saúde de um comunidade universitária, neste trabalho foram identificados e avaliados fatores de risco para adquirir doenças transmitidas por alimentos (DTA em 4 estabelecimentos de comida em um colégio da comunidade na Colômbia. Um diagnóstico de conformidade com boas práticas de fabricação utilizando uma metodologia de fácil aplicação em qualquer país do mundo, e realizada análise microbiológica de alimentos, equipamentos e superfícies. Os principais fatores de risco encontrados foram a falta de programas documentados para limpeza e desinfecção, a ausência de programas de resíduos sólidos, a deficiência em programas de controle de pragas, a má concepção dos edifícios e à presença de coliformes fecais em sucos de

  19. Entre a solidariedade e o risco: sindicatos e fundos de pensão em tempos de governo Lula

    OpenAIRE

    Maria Aparecida Chaves Jardim

    2007-01-01

    Os projetos de inclusão social do primeiro Governo Lula passaram necessariamente pelo mercado: projeto microcrédito, Banco Popular do Brasil e especialmente fundos de pensão, são alguns exemplos. A inclusão social via mercado faz parte de uma política do PT que estamos denominando provisoriamente como moralização e/ou domesticação do capitalismo, já que busca aplicar o dinheiro oriundo da especulação em atividade produtiva, capaz de gerar emprego e renda para o trabalhador. ...

  20. Fatores de risco para internação por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade

    OpenAIRE

    Macedo,Silvia Elaine Cardozo; Menezes,Ana Maria Baptista; Albernaz,Elaine; Post,Paulo; Knorst,Marli

    2007-01-01

    OBJETIVO: Avaliar fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade. MÉTODOS: Estudo de casos e controles na cidade de Pelotas, RS. Os casos foram crianças de até um ano de idade, que se hospitalizaram por doença respiratória aguda, de agosto de 1997 a julho de 1998. Os controles foram crianças da comunidade, da mesma idade, sem hospitalização prévia por essa doença. Um questionário investigando exposição a fatores de risco foi aplicado às mães...

  1. Utilização de medicamentos e risco de interações medicamentosas em idosos atendidos pelo Programa de Atenção ao Idoso da Unijuí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Mafalda

    2010-06-01

    Full Text Available

    Idosos utilizam elevado número de medicamentos, apresentando alto potencial para desenvolver interações medicamentosas. Objetivou-se verificar o perfil de utilização de medicamentos e conhecer possíveis interações medicamentosas em idosos acompanhados pelo Programa de Atenção ao Idoso (PAI da Unijuí. Os dados foram coletados em julho de 2009. Classificaram-se os medicamentos no sistema Anatomical Therapeutic Chemical e possibilidades de interações segundo Drug Interaction Facts. De março/2008 até julho/2009 o PAI atendeu 31 idosos, estando 16 em acompanhamento, os quais apresentaram média de 78,4 ± 6,8 anos e utilizaram 83 medicamentos, com média de 5,2 ± 3,7/ idoso. Os fármacos mais prevalentes foram os que atuam no aparelho cardiovascular, no sistema nervoso e para o trato alimentar e metabolismo. Verificaram-se 36 possíveis interações entre 9 pacientes, com média de 4/idoso. O fármaco mais envolvido foi digoxina. Quanto a classificação, 4 apresentaram nível de significância 1, dez nível 2, cinco nível 3, sete nível 4 e dez nível 5. O número de possíveis interações verificadas foi expressivo, entretanto nem todos os idosos apresentarão reações relacionadas às interações, mas apresentaram o risco. Portanto, é importante que prescritores conheçam a influência de um fármaco sobre outro. Seria necessário treinamento intensivo para intervenção farmacêutica, sendo o relacionamento com o médico indispensável. Palavras-chave: Idosos. Programa de Atenção ao Idoso. Uso de medicamentos. Interações medicamentosas. ABSTRACT Use of medications and risk of drug interactions in the elderly population at the Elderly Care Program in Unijuí Elderly people take a large number of medicines, entailing a high risk of developing drug interactions. The aim was to study the profile of medicines prescribed and the possible drug interactions in the public Elderly Care Program (PAI run at Uniju

  2. Avaliação da maturidade pulmonar fetal em gestações de alto risco Prenatal diagnosis of fetal lung maturity in high-risk pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wladimir Taborda

    1998-07-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo prospectivo para a avaliação da maturidade fetal em 121 gestações de alto risco realizado no Hospital São Paulo - Universidade Federal de São Paulo, entre janeiro de 1990 e janeiro de 1995. Em todos os casos, o parto foi realizado em até 3 dias após a obtenção de líquido amniótico por amniocentese. O objetivo principal foi o de analisar a acurácia do teste de Clements (TC, da relação lecitina/esfingomielina (L/E, da presença de fosfatidilglicerol (PG e do perfil pulmonar (relação L/E >1,7 e PG presente para antecipar a ocorrência ou não de sindrome de desconforto respiratório neonatal (SDR. Foram calculados a sensibilidade, a especificidade e os valores preditivos positivo (VPP e negativo (VPN de todos os testes. O grupo de estudo foi composto por 48 gestações complicadas por diabetes mellitus, 41 por síndromes hipertensivas, 14 por isoimunização Rh e 18 por diversas patologias. O perfil pulmonar apresentou sensibilidade de 100% em todos os casos. O teste de Clements também não apresentou resultados falso-positivos em gestantes hipertensas, apurando-se, contudo, de 20% a 50% de falso-negativos em todos os outros testes. Os quatro testes apresentaram baixos VPP (23% no TC, 51% na relação L/E, 63% na presença de PG, 61% no perfil pulmonar e elevados VPN (92% no TC, 88% na relação L/E, 89% na presença de PG, 100% no perfil pulmonar. Este estudo demonstrou que a presença de PG e relação L/E >1,7 simultâneos no líquido amniótico comprovam a maturidade pulmonar com muito baixo risco de DR ao nascimento. Concluiu-se também que o teste de Clements deve constituir o rastreamento inicial para predizer a ausência de SDR, particularmente em gestações complicadas por síndromes hipertensivas.The objective was to evaluate the accuracy of the foam stability test, lecithin/sphingomyelin (LS ratio, presence of phosphatidylglycerol (PG and lung profile (L/S ratio > 1.7 and PG present simultaneously

  3. Alterações metabólicas, terapia antirretroviral e doença cardiovascular em idosos portadores de HIV Alteraciones metabólicas, terapia antirretroviral y enfermedad cardiovascular en adultos mayores portadores de VIH Metabolic abnormalities, antiretroviral therapy and cardiovascular disease in elderly patients with HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Sebben Kramer

    2009-11-01

    Full Text Available Um dos fenômenos mais atuais da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS é o surgimento de uma nova população vulnerável: os idosos. Um dos fatores responsáveis por este aumento é o desenvolvimento da terapia antirretroviral combinada (TARV, que tem proporcionado uma melhor qualidade e expectativa de vida do portador de HIV. Entretanto, a TARV está associada a efeitos adversos como dislipidemia, diabete melito e resistência à insulina, os quais se constituem como fatores de risco para doença cardiovascular. Com o impacto da TARV no metabolismo glicídico e lipídico, surgiram muitos estudos associando a infecção pelo HIV e a doença cardiovascular, assim como, os seus fatores de risco e a utilização da TARV, porém, poucos deles relatam sobre a cardiotoxicidade desta Terapia em idosos. Este artigo tem o objetivo de revisar as principais alterações metabólicas causadas pelo uso da terapia antirretroviral e o seu impacto no aumento do risco de doenças cardiovasculares nos idosos portadores de HIV.Uno de los fenómenos más actuales del síndrome de la inmunodeficiencia adquirida (SIDA es el surgimiento de una nueva población vulnerable: los adultos mayores. Uno de los factores responsables de este incremento es el desarrollo de la terapia antirretroviral combinada (TARV, que ha proporcionado una mejor calidad y expectativa de vida del portador de VIH. Sin embargo, la TARV está asociada a efectos adversos como dislipidemia, diabetes melito y resistencia a la insulina, los que se constituyen como factores de enfermedad para riesgo cardiovascular. Con el impacto de la TARV en el metabolismo glucídico y lipídico, surgieron muchos estudios asociando la infección por el riesgo y la enfermedad cardiovascular, así como, sus factores de VIH y la utilización de la TARV, sin embargo, pocos de ellos relatan sobre la cardiotoxicidad de esta terapia en adultos mayores. Este artículo tiene por objeto revisar las principales

  4. Prevalência de obesidade em adultos e seus fatores de risco Prevalence and risk factors of obesity in adults

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise P. Gigante

    1997-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Foi realizado estudo transversal em uma amostra representativa da população adulta de Pelotas para determinar a prevalência de obesidade e os fatores a ela associados, tendo em vista o acentuado aumento de excesso de peso no Brasil, entre 1974 e 1989. MATERIAL E MÉTODO: Foram estudadas 1.035 pessoas com idade entre 20 e 69 anos, residentes na zona urbana do município. A obesidade foi definida a partir do índice de massa corporal (IMC igual ou superior a 30 kg/m². A análise multivariada foi realizada considerando um modelo hierárquico das variáveis associadas com obesidade em ambos os sexos. RESULTADOS: A prevalência de obesidade foi de 21% (IC95% 18 - 23, sendo de 25% (IC95% 22 - 29 entre as mulheres e 15% (IC95% 12 - 18 entre os homens. A relação entre as variáveis socioeconômicas e a obesidade foi inversa entre as mulheres e direta entre os homens. Entre as mulheres, as variáveis que se mantiveram associadas significativamente com obesidade foram: obesidade dos pais, ocorrência de diabete ou hipertensão, não fumar, menor número de refeições diárias e não ter realizado exercício físico no lazer durante o último ano. Para os homens somente a ocorrência de obesidade nos pais e a hipertensão arterial sistêmica estiveram significativamente associadas, enquanto a proteção do maior número de refeições apresentou uma associação quase significativa (p = 0,07. CONCLUSÃO: Os resultados indicam que os determinantes de obesidade são diferentes entre os sexos, ocorrendo em maior freqüência entre as mulheres e com o aumento da idade.INTRODUCTION: A population-based cross-sectional study was conducted in Pelotas, Southern Brazil, with the objective of determining the prevalence of obesity and identify associated, variables as this condition increased markedly in the country between 1974 and 1989. MATERIAL AND METHODS: One thousand and thirty-five adults between 20 and 69 years of age were studied. Obesity

  5. Prevalência de fatores de risco e proteção para doenças crônicas não transmissíveis em adultos residentes em capitais brasileiras, 2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as prevalências dos fatores de risco e proteção para doenças crônicas na população adulta residente nas capitais brasileiras em 2013, e verificar os fatores sociodemográficos associados. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com 52.929 entrevistas pelo inquérito telefônico Vigitel, e investigadas associações mediante regressão de Poisson. RESULTADOS: as prevalência foram: tabagismo de 11,3% (IC95%:10,6%;11,9%; para consumo abusivo de bebidas alcoólicas, 16,4% (IC95%:15,7%;17,0%; consumo recomendado de frutas e hortaliças, 23,6% (IC95%:22,9%;24,3%; inatividade física, 16,2% (IC95%:15,6%;16,9%; excesso de peso, 50,8% (IC95%:49,9%;51,6%; elevado consumo de sal referido, 16,0% (IC95%:15,3;16,6; substituição do almoço ou jantar por lanches, 15,5% (IC95%:15,8%;17,1%; e consumo regular de doces, 19,5% (IC95%:18,8%;20,2%; a presença dos fatores de risco foi associada ao sexo masculino, maior idade e menor escolaridade. CONCLUSÃO: o monitoramento apoia o planejamento de políticas públicas de promoção da saúde visando à redução da morbimortalidade por doenças crônicas.

  6. Uma proposta para a avaliação da empresa em condições de risco com base no modelo de Ohlson

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Ferreira de Oliveira

    2003-08-01

    Full Text Available O ponto central do trabalho é a proposição de um modelo aleatório de avaliação patrimonial que permita determinar o valor da empresa em condições de risco e definir critérios metodológicos para a quantificação das variáveis utilizadas no processo avaliatório. O modelo proposto estuda o efeito da aleatoriedade sobre o binômio lucro-patrimônio líquido e suas conseqüências sobre o valor da empresa, utilizando para tanto informações oriundas dos demonstrativos contábeis associadas ao custo do capital próprio. Para atingir o valor das empresas escolhidas, desenvolve-se um estudo exploratório, e a avaliação decorrente, devido às características aleatórias do modelo, conduz a um valor médio e a um desvio-padrão, definindo um intervalo de valores e não um valor único, enriquecendo o processo de avaliação.This study proposes a random equity valuation model that allows for the valuation of a company in risk conditions and the definition of methodological criteria for quantifying the variables used in the valuation process. The proposed model studies the effect of randomness on the income-equity binomial and its consequences for company value, using information from the financial statements together with the cost of own capital. To obtain the value of the companies that were chosen, an exploratory study is developed and, due to the random characteristics of the model, the resulting valuation leads to an average value and a standard deviation, defining an interval of values and not one single value, which enriches the valuation process.

  7. Fatores de risco para aloimunização em pacientes com anemia falciforme Risk factors for alloimmunization in patients with sickle cell anemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícía Costa Alves Pinto

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a imunofenotipagem eritrocitária em doadores de sangue e em pacientes com anemia falciforme (SS atendidos no Hemocentro de Alagoas e descrever a frequência e os fatores associados à aloimunização eritrocitária. MÉTODOS: Estudo transversal com 102 pacientes SS e 100 doadores de sangue. Realizou-se a fenotipagem eritrocitária, teste de Coombs Direto e Indireto e detecção de anticorpos irregulares por painel de hemácias fenotipadas. Os dados foram comparados por meio do teste de Mann-Whitney, qui-quadrado ou teste exato de Fisher. Para análise dos fatores associados à aloimunização utilizou-se a regressão logística univariada e múltipla. RESULTADOS: Os antígenos mais frequentes entre os pacientes e os doadores foram c, e, M, s, JK(a. Observaram-se diferenças significativas entre as frequências dos fenótipos dos pacientes e dos doadores em relação aos antígenos s, FY(a e JK(b. Dos 79 pacientes transfundidos, 10 (12,7% apresentaram Coombs Indireto positivo. Detectaram-se 13 aloanticorpos, sete do sistema Rh, dois do Kell e quatro não identificados. Os fatores associados à aloimunização foram o intervalo de tempo entre a última transfusão e a data do teste e ter recebido mais de dez transfusões de hemácias. Receber mais de dez transfusões representou uma chance 16,39 (IC 95%: 2,23-120,59 vezes maior de ser aloimunizado, em comparação aos que receberam menos que dez. CONCLUSÃO: A prevalência de aloimunização nos pacientes SS foi 12,7%, sendo 70% dos anticorpos encontrados pertencentes a grupos sanguíneos Rh e Kell. Este estudo mostra a importância da fenotipagem eritrocitária em doadores e receptores para diminuir o risco de aloimunização.OBJECTIVE: To determine erythrocyte phenotyping in blood donors and patients with sickle cell anemia (SS treated at Hemocentro of Alagoas and describe the frequency and factors associated with erythrocyte alloimmunization. METHODS: Cross-sectional study

  8. Fatores de risco, aspectos clínicos e laboratoriais da asma em crianças Risk factors, clinical and laboratory aspects of asthma in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Líllian S.L. Moraes

    2001-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os aspectos clínicos, laboratoriais, e os fatores de risco associados à asma em crianças atendidas no Ambulatório de Pediatria, do Hospital Universitário Júlio Müller. Método: estudo de caso-controle, incluindo 59 crianças asmáticas (casos e 104 não-asmáticas (controles. Os seguintes fatores foram considerados para análise de risco: escolaridade dos pais, exposição aos alérgenos domiciliares, tabagismo passivo, aleitamento materno, renda e antecedentes familiares alérgicos. Foram coletadas amostras de sangue para hemograma e dosagem de IgE total e específica para alérgenos. Realizou-se teste cutâneo de hipersensibilidade imediata pelo método de puntura para os seguintes alérgenos: ácaros, animais, fungos e baratas com controles positivo (histamina e negativo (solução fisiológica.Um modelo de regressão logística foi usado para calcular odds ratio (OR e intervalo de confiança (IC 95% ajustado para outros fatores de risco e confundidores. RESULTADOS: dentre os fatores de risco estudados, sexo, baixa escolaridade, baixa renda, tempo de aleitamento materno e tabagismo passivo não estiveram associados à ocorrência de asma. A exposição aos alérgenos foi semelhante nos dois grupos, a não ser pela maior freqüência de animais nos domicílios dos controles (c²=16,9; P OBJECTIVE: to evaluate the clinical and laboratory aspects and the risk factors associated with asthma in children treated at the Pediatric Outpatient Clinic of Hospital Universitário Júlio Müller. METHODS: A case-control study including 59 asthmatic children (cases and 104 nonasthmatic children (controls. The following factors were considered for risk analysis: parents' level of education, domestic exposure to allergens, passive smoking, breast feeding, low income, and family history of allergy. Samples of blood were collected for hemogram and to determine the total serum IgE as well as the one specific to allergens. Immediate

  9. Desigualdades sociodemográficas nos fatores de risco e proteção para doenças crônicas não transmissíveis: inquérito telefônico em Campinas, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco

    Full Text Available OBJETIVO: identificar e analisar desigualdades sociodemográficas em fatores de risco e proteção para a saúde. MÉTODOS: estudo transversal de base populacional realizado em Campinas-SP, com 2.015 adultos (≥18 anos entrevistados pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico - Vigitel - em 2008; estimaram-se prevalências e razões de prevalência de fatores de risco e proteção e respectivos intervalos de confiança de 95%, sobre amostra probabilística coberta por telefonia fixa. RESULTADOS: observaram-se desigualdades sociodemográficas nos fatores de risco e proteção avaliados: fumantes e ex-fumantes corresponderam a 17,1% e 20,7%, respectivamente, aproximados 47,0% apresentaram excesso de peso e apenas 13,4% referiram prática de atividade física; em geral, os fatores de risco foram mais prevalentes entre homens e indivíduos menos escolarizados. CONCLUSÃO: os distintos comportamentos em saúde observados contribuem para a definição de prioridades, alocação de recursos e delineamento de programas de redução de desigualdades sociodemográficas na Saúde.

  10. Comportamentos de risco à saúde em adolescentes no Sul do Brasil: prevalência e fatores associados Health risk behaviors among adolescents in the south of Brazil: prevalence and associated factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Cazuza de Farias Júnior

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO:Determinar a prevalência de comportamentos de risco à saúde e analisar fatores associados à exposição a esses comportamentos em adolescentes do Estado de Santa Catarina, Brasil. MÉTODO: Adolescentes escolares de 240 turmas do ensino médio da rede pública estadual responderam a um questionário para a coleta de informações demográficas (sexo, idade, região de residência e período de estudo, socioeconômicas (trabalho e renda familiar mensal e de comportamentos de risco à saúde (níveis insuficientes de atividade física, baixo consumo de frutas/verduras, tabagismo, consumo abusivo de bebidas alcoólicas, consumo de drogas ilícitas, envolvimento em brigas e não utilizar preservativos regularmente nas relações sexuais. RESULTADOS: Foram considerados válidos os questionários de 5 028 adolescentes (2 984 do sexo feminino e 2 044 do sexo masculino, com idade entre 15 e 19 anos (média = 17,0; desvio padrão = 1,12. Os comportamentos de risco mais prevalentes na amostra foram níveis insuficientes de atividade física (36,5%, baixo consumo de frutas/verduras (46,5% e não utilizar preservativos regularmente nas relações sexuais (38,3%. Aproximadamente sete em cada 10 adolescentes (64,7% estavam expostos a dois ou mais comportamentos de risco de forma simultânea. Os seguintes subgrupos de risco foram identificados: adolescentes do sexo masculino, adolescentes de 18 a 19 anos de idade, que residem em área urbana, que estudam no período noturno e que têm maior renda familiar. CONCLUSÕES: A proporção de adolescentes expostos a comportamentos de risco à saúde foi elevada, principalmente ao se considerar a exposição simultânea a diferentes comportamentos. Os resultados encontrados podem contribuir para o desenvolvimento de programas de promoção da saúde no ambiente escolar, direcionados principalmente aos subgrupos de risco.OBJECTIVE:To determine the prevalence of health risk behaviors and to analyze factors

  11. Fatores de risco associados ao desmame precoce e ao período de desmame em lactentes matriculados em creches Risk factors associated to early weaning and to weaning period of infants enrolled in daycare centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Borelli Barbosa

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os fatores de risco no processo de desmame de lactentes matriculados em creches. MÉTODOS: Estudo analítico transversal com 56 crianças de nove a 18 meses de idade matriculadas em cinco creches de São Paulo. As mães das crinaças responderam ao questionário pré-testado que abordava questões demográficas, socioeconômicas, de gestação e nascimento, morbidade, aleitamento materno, alimentação complementar (quando/como foram introduzidos novos alimentos e atividades da criança na creche. Os fatores associados ao desmame precoce e menor período de desmame (variável definida pela diferença entre tempo de aleitamento exclusivo e tempo de aleitamento total foram avaliados em análises bivariadas. As variáveis com p25 anos (OR 4,91; IC95% 1,35-17,95; mãe morar sem companheiro (OR 6,42; IC95% 1,28-32,20 e uso de chupeta antes dos 30 dias de vida (OR 8,75; IC95% 1,90-40,23. Os fatores de risco para tempo insuficiente de desmame foram: frequentar creche pública (OR 3,20; IC95% 0,77-14,29 e início tardio do pré-natal (OR 4,13; IC95% 0,70-31,29. CONCLUSÕES: Características relacionadas à família e à instituição creche são fatores de risco para o desmame de crianças institucionalizadas. A abordagem desses determinantes para definir ações de saúde e nutrição é estratégica para favorecer a prática do aleitamento e qualificar o papel da creche como promotora de saúde e nutrição infantil.OBJECTIVE: To evaluate risk factors associated with weaning of infants enrolled in daycare centers. METHODS: Analytical cross-sectional study comprising 56 children aged nine to 18 months in five daycare centers of São Paulo. A pre-tested questionnaire was applied to their mother, including questions on demographics and socioeconomic issues, gestation and birth, illness, breastfeeding, complementary feeding (when and how new foods were introduced and children activities in daycare centers. Factors associated with early

  12. Circunferência da cintura e relação cintura/estatura: úteis para identificar risco metabólico em adolescentes do sexo feminino? Waist and waist-to-height ratio: useful to identify the metabolic risk of female adolescents?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Feliciano Pereira

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar se a medida da circunferência da cintura e a relação cintura/estatura (RCE são preditoras de fatores de risco cardiovasculares em adolescentes do sexo feminino. MÉTODOS: Avaliaram-se 113 adolescentes de 14 a 19 anos quanto à antropometria (peso, estatura e circunferência da cintura, parâmetros bioquímicos e clínicos (colesterol total, LDL-C, HDL-C, triglicerídeos, glicemia de jejum, insulina, homeostasis model assessment to assess insulin resistance - HOMA-IR, leptina, homocisteína e pressão arterial. Considerou-se como ponto de corte de obesidade abdominal valores de cintura e RCE>percentil 90. RESULTADOS: As adolescentes com obesidade abdominal apresentaram valores significantemente maiores de triglicerídeos (exceto para a RCE, insulina, HOMA-IR, leptina, pressão arterial sistólica e diastólica; o HDL-C foi mais baixo no grupo com cintura >percentil 90, porém sem significância estatística (p=0,052. CONCLUSÕES: O presente estudo demonstrou que a cintura e a RCE são medidas úteis para identificar adolescentes do sexo feminino com maior risco cardiovascular; contudo, a circunferência da cintura, isoladamente, apresentou melhor desempenho.OBJECTIVE: To evaluate if the waist circumference and the waist-to-height ratio (WHTR are predictors of cardiovascular risk factors in female adolescents. METHODS: 113 adolescents aged 14 to 19 years old were assessed according to anthropometric data (weight, height, waist circumference, biochemical and clinical parameters (total cholesterol, LDL-C, HDL-C, triglyceride, fasting glucose, insulin, homeostasis model to assess insulin resistance - HOMA-IR, leptin, homocysteine and blood pressure. The cut points used for identification of abdominal fat were waist and WHTR values >90th percentile. RESULTS: Teenagers with abdominal obesity presented greater values of triglycerides (except for WHTR, insulin, HOMA-IR, leptin and systolic and diastolic blood pressure, while the HDL

  13. Technical competence in cardiovascular magnetic resonance and computed tomography; Competencia tecnica em ressonancia e tomografia cardiovascular

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Fernandes, Juliano Lara; Shiozaki, Afonso Akio; Azevedo Filho, Clerio Francisco de; Rochitte, Carlos Eduardo; Pinto, Ibraim Marciarelli Francisco; Lopes, Marly Maria Uellendahl; Schvartzman, Paulo Roberto, E-mail: jlaraf@fcm.unicamp.br [Universidade de Campinas (UNICAMP/GERT) SP (Brazil). Grupo de Estudo em Ressonancia e Tomografia Cardiovascular

    2009-10-15

    Cardiovascular magnetic resonance and computed tomography have evolved as very practical and useful techniques applied in clinical cardiology. Due to their rapid acceptance in the cardiology community and widespread use, training of both cardiologists and radiologists on this subspecialty has not been homogeneous so far. This in part explains significant differences observed in the diverse background found in today’s practicing physicians who execute these exams. In order to guide training facilities as well as both payers, contractors and general cardiologists ordering the exam, this document provides a minimum standard that should be accomplished by all physicians who pursue education in the field and for those who already practice in it. The clinical competences listed in this statement are by no means thorough but should be required by all those involved in cardiovascular magnetic resonance and computed tomography as the customary requirements for current and future practitioners. (author)

  14. Distribuição espacial do risco: modelagem da mortalidade infantil em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil Spatial risk distribution: modeling infant mortality in Porto Alegre, Rio Grande do Sul State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia E. Shimakura

    2001-10-01

    Full Text Available Estimação e mapeamento de perfis de risco são interesses da Epidemiologia. Neste trabalho, é analisada a distribuição espacial de casos de mortalidade infantil, comparados a controles de nascidos vivos amostrados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A modelagem adotada neste trabalho baseia-se em um processo pontual espacial, na qual se define uma medida de risco que varia continuamente sobre a região de estudo e estimada por meio de métodos de modelos aditivos generalizados. Essa abordagem possui a vantagem de permitir a incorporação, no modelo, de efeitos de determinantes individuais e ecológicos de risco sob forma simples e de fácil interpretação. Também permite a construção de contornos de tolerância que auxiliam na identificação de áreas de alto/baixo risco e de um teste global da hipótese nula de risco constante relativa à região. A aplicação do método aos dados de mortalidade infantil mostrou variação espacial no risco altamente significativa para mortalidade neonatal e não significativa para mortalidade pós-neonatal.Estimation and mapping of risk profiles are the main concerns of epidemiology. This paper analyzes spatial distribution of infant mortality cases as compared to live-born controls from Porto Alegre, Rio Grande do Sul. The modeling framework adopted in this research work is a spatial point process. Under this structure, a risk measure which continuously varies over the study region is defined and estimated using generalized additive model methods. This approach has the advantage of allowing for risk factors that are simple and easy to interpret. The procedure also allows the construction of tolerance contours which help identify areas of significantly high/low risk and an overall test for the null hypothesis of constant risk over the region. Application of this method to infant mortality data showed a highly significant spatial

  15. Cintura hipertrigliceridêmica e risco cardiometabólico em mulheres hipertensas Hypertriglyceridemic waist and cardiometabolic risk in hypertensive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nayra Anielly Lima Cabral

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a associação entre cintura hipertrigliceridêmica (CH e fatores de risco cardiometabólicos em mulheres portadoras de hipertensão arterial. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal em 218 pacientes acompanhadas pelo Programa do Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos (HiperDia, em duas unidades de saúde de São Luís, MA, Brasil. A variável dependente foi CH e as variáveis independentes foram sociodemográficas, estilo de vida, antropométricas e agravos à saúde. RESULTADOS: A CH esteve presente em 33% da amostra e foi predominante na idade > 60 anos (56,4%, não brancas (81,7%, com oito anos ou menos de estudo (57,3% e pertencentes à classe C (49%. Observaram-se excesso de peso (68,8% e hipercolesterolemia (68,8%. A CH associou-se a: tabagismo (RP: 2,08; p = 0,017, sobrepeso (RP: 2,46; p = 0,010, obesidade (RP: 4,13; p 100 mg/dL ou ser diabética (RP: 1,86; p = 0,006. Após ajustamento, permaneceram associados o colesterol total (RP = 1,78; p = 0,012, HDL colesterol (RP: 3,03; p 25 a 30 kg/m² (RP = 3,61; p OBJECTIVE: To evaluate the association between hypertriglyceridemic waist (HW and cardiometabolic risk factors in women with hypertension. METHODS: A cross-sectional study was performed in 218 patients monitored by HiperDia (Enrollment and Monitoring Program for Hypertensive and Diabetic Individuals in two health units in São Luis, MA, Brazil. The dependent variable was HW and the independent variables were sociodemographics, lifestyle, anthropometrics, and health problems. RESULTS: HW was present in 33% of the sample and was predominant in women aged > 60 years (56.4%, non-whites (81.7%, those with eight or fewer years of schooling (57.3%, and those belonging to socioeconomic class C (49%. Excess weight (68.8% and hypercholesterolemia (68.8% were observed. HW was associated with: smoking (PR: 2.08; p = 0.017, overweight (PR: 2.46; p = 0.010, obesity (PR: 4.13; p 100 mg/dL or

  16. Intervenção precoce em escolares de risco para a dislexia: revisão da literatura Early intervention in students at risk for dyslexia: literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maíra Anelli Martins

    2011-08-01

    Full Text Available TEMA: intervenção precoce em escolares de risco para a dislexia. OBJETIVO: este estudo tem por objetivo geral mapear os artigos publicados sobre intervenção com escolares de risco para dislexia e, como objetivos específicos, analisar descritivamente aspectos específicos dos textos. CONCLUSÃO: as publicações na área em relação ao tema não são constantes, porém, os artigos científicos analisados evidenciam a preocupação dos pesquisadores em elaborar, desenvolver e validar instrumentos de avaliações e intervenções que contribuam para a identificação precoce da dislexia.BACKGROUND: early intervention in students at risk for dyslexia. PURPOSE: this study aims to map the general articles on intervention with students at risk for dyslexia and specific objectives, descriptively analyzing specific text aspects. CONCLUSION: there are few published data on this issue; however, the reviewed scientific articles highlight the concern of the researchers to elaborate, develop and validate assessments and interventions that contribute to the early identification of dyslexia.

  17. Demência como fator de risco para fraturas graves em idosos Dementia as risk factor for severe bone fractures among the elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de Mesquita Carvalho

    2002-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As quedas entre pessoas idosas constituem importante problema de saúde pública devido à sua alta incidência, às complicações para a saúde e aos altos custos assistenciais. O estudo realizado visa a estimar a associação entre demência e ocorrência de quedas e fraturas entre idosos. MÉTODOS: Foi conduzido estudo caso-controle de 404 indivíduos com 60 ou mais anos de idade, da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Casos e controles foram pareados por idade, sexo e hospital. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada com os idosos. Foram considerados portadores de quadro demencial idosos cuja pontuação no questionário BOAS fosse superior a dois. Foram obtidos odds ratios (OR ajustados por fatores potenciais de confusão, utilizando-se regressão logística condicional. RESULTADOS: As quedas distribuíram-se igualmente entre os períodos da manhã, tarde e noite, havendo uma redução em sua freqüência durante a madrugada. Acidentaram-se dentro de casa 78% dos idosos com demência, contra 55% daqueles sem essa doença. O OR não-ajustado para a associação entre demência e fratura grave foi de 2,0 (IC95%, 1,23-3,25. Após o ajuste por fatores de confusão, houve uma pequena redução dessa associação (OR=1,82, 1,03-3,23. CONCLUSÃO: Idosos com quadro demencial apresentam maior risco de caírem e ser hospitalizados por fratura do que idosos sem demência. Tal fato implica a necessidade de cuidados especiais com esses indivíduos, visando a minimizar o risco desses acidentes.INTRODUCTION: Falls among elderly represent an important public health concern due to its high incidence, health implications, and medical care costs. The study aims to assess the association between dementia and bone fracture risk after falls among the elderly. METHODS: A case-control of 404 subjects aged 60 years old or more living in Rio de Janeiro, Brazil, was carried out. Cases and controls were matched by age, sex, and

  18. Topologia do risco de acidentes do trabalho em Piracicaba, SP Spatial distribution of risks for work-related injuries in a city of Southeastern e Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lia Thieme Oikawa Zangirolani

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a distribuição espacial do risco de acidente do trabalho controlado por variáveis nutricionais e outras co-variáveis. MÉTODOS: Estudo caso-controle espacial de base hospitalar, tendo como variável de interesse a localização espacial dos acidentes do trabalho. Foram amostrados 794 trabalhadores, no período de maio a outubro de 2004. Os critérios de inclusão para casos (N=263 foram: ser trabalhador acidentado do trabalho, morador de Piracicaba, com idade entre 15 e 60 anos, e atendido em centro de ortopedia e traumatologia. Os controles (N=531 tiveram o mesmo critério de idade e residência na cidade, exceto que o acidente não era do trabalho, tendo sido considerandos também trabalhadores acompanhantes dos casos. A distribuição espacial da estimativa baseou-se no ajuste do modelo aditivo generalizado, tendo as coordenadas geográficas dos casos e controles como componente espacial não linear e as demais co-variáveis como componente linear. RESULTADOS: A variação da estimativa do risco espacial de acidentes do trabalho, controlada por sexo (OR=1,87; pOBJECTIVE: To assess spatial distribution of risks for work-related injuries controlled for nutritional variables and other covariables. METHODS: Hospital-based spatial case-control study with work-related injuries spatial distribution as the main variable of interest. A total of 794 workers were selected between May and October 2004. Inclusion criteria for cases (N=263 were: worker with work-related injury; living in Piracicaba (Southeastern Brazil; age between 15 and 60 years old; and cared at an orthopedics and trauma center. Controls (N=531 met the same criteria for age and residence, but had non-work-related injuries and workers accompanying cases were included as well. Spatial distribution was estimated by adjusting a generalized additive model with geographical coordinates of cases and controls as spatial non-linear component and the remaining covariables

  19. Perfil sócio demográfico e possíveis fatores de risco em mulheres com câncer de mama: um retrato da amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathalia Santos da Penha

    2013-12-01

    Full Text Available O câncer de mama é a neoplasia que mais acomete mulheres no mundo e no Brasil, sendo que a ocorrência desta está relacionada com exposição a diversos fatores de risco. Este estudo observou possíveis variáveis que poderiam ser fatores de risco para o câncer de mama em 18 mulheres diagnosticadas com essa neoplasia em um Hospital Oncológico em Belém-Pará, utilizando abordagem observacional, descritiva e prospectiva. Os dados foram coletados durante cinco meses, através de um questionário acerca de aspectos sócio demográficos, hábitos de vida, características reprodutivas e antecedentes familiares de câncer de mama. A média de idade ao diagnóstico foi 49 anos (± 10,74, sendo que 44,4% estavam na faixa etária de 41 a 50 anos, 61,1% eram procedentes da Região Metropolitana de Belém e 50% tinham ensino médio. Encontrava-se em sobrepeso 44,4% das entrevistadas e 38,9% eram obesas. Observou-se que 5,6% tiveram menarca em idade inferior a 12 anos e 11,1% entraram em menopausa depois dos 50 anos. Apenas 5,6% das pacientes tiveram a primeira gestação após os 30 anos. Houve casos de aborto em 33,3% das pacientes. Todas as pacientes amamentaram, sendo que 11,1% o fizeram por menos de seis meses. Das pacientes entrevistadas, 61,1% utilizaram contraceptivos orais. Apenas 5,6% delas possuíam historia familiar de neoplasia de mama. Dessa forma, a idade avançada e a massa corpórea acima do ideal foram as variáveis com maior frequência, o que demonstra a necessidade de conhecer os fatores de risco de forma regional, para contribuir com a prevenção e diagnóstico precoce dessa neoplasia.

  20. Riscos percebidos pelo consumidor e estratégias para minimizá-los no consumo de saladas de horataliças cruas em restaurantes à la carte

    OpenAIRE

    Mariana Schievano Danelon

    2012-01-01

    Resumo: O padrão alimentar da população brasileira tem sido caracterizado, entre outros aspectos, pelo reduzido consumo de hortaliças e pelo crescimento do número de refeições realizadas fora do domicílio. A utilização dos serviços de alimentação pode representar oportunidade para a inclusão de variedade de hortaliças na dieta. Tem sido pouco estudado, no Brasil, o comportamento do consumidor quando se alimenta fora de casa. Este pode ser influenciado pelos riscos percebidos em uma situação d...

  1. GESTÃO DO RISCO E POLÍTICAS PÚBLICAS: política de habitação em Cabo Verde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Mafalda Rodrigues

    2016-03-01

    Full Text Available Governar democraticamente as cidades, como territórios de grande diversidade económica, social, ambiental, política e cultural e de grandes dualidades, de modo que sejam respeitados os direitos dos habitantes, constitui um dos maiores desafios do séc. XXI. Para que existam cidades justas, democráticas, humanas e saudáveis, é fundamental incorporar os direitos humanos no campo da governação das cidades, de modo a que a gestão e as políticas públicas resultem na eliminação das desigualdades sociais, das práticas de discriminação em todas as formas da segregação de indivíduos, grupos sociais e comunidades, em razão do tipo de habitação e da localização dos assentamentos em que vivam. Ciente da importância do estudo das políticas públicas para a compreensão dos fenómenos sociais, o estudo da Política de Habitação de Interesse Social (HIS possibilita a previsão dos impactos da acção do Estado sobre a sociedade e abre o caminho à criação de novos modelos que possam auxiliar tanto o Estado quanto a sociedade no processo de formulação, implementação e avaliação dessa mesma política, bem como de todas as que com ela se entrecruzam. Com base numa pesquisa bibliográfica e análise documental, partindo da compreensão do conceito de gestão do risco, políticas públicas, vulnerabilidade social e Habitação de Interesse Social, este ensaio procura identificar a estratégia, os actores, os instrumentos e os meios de implementação da Política de HIS em Cabo Verde; objectiva identificar as medidas preventivas para a mitigação dos riscos associados à habitação e consequente vulnerabilidade social, e reconhecer as dificuldades inerentes à sua implementação. Palavras-chave: Cabo Verde; Gestão do Risco; Políticas Públicas; Política de Habitação.   RISK MANAGEMENT AND PUBLIC POLICY: Housing Policy in Cape Verde ABSTRACT To rule cities democratically, as major economical, social, environmental

  2. Risk factors associated with the occurrence of gastrointestinal helminths in dairy goats kept in grazing systemFatores de riscos associados à ocorrência de helmintos gastrintestinais em cabras leiteiras mantidas em sistema de pastejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adivaldo Henrique Fonseca

    2012-05-01

    Full Text Available Infection due to the gastrointestinal nematodes can negatively interact with the productive performance of dairy goats, and in some cases can induce mortality in the flocks. The objective was to study the influence of season, parturition order, postpartum, lactation and breed standard on the population of helminths in dairy goats. 31 goats were used, with 15 Saanen and 16 F1 (½ Boer + ½ Saanen. Of these, 13 were from the 1st lactation and 18 from the 2nd or more lactations. The highest fecal egg counts occurred during the summer and spring, with FEC in Saanen higher (p Infecção por nematóides gastrointestinais pode interagir negativamente com a performace produtiva de cabras de leite, e em alguns casos induzir a mortalidade em rebanhos. Objetivou-se conhecer a influência da estação do ano, ordem de parto, periparto, lactação e padrão racial sobre a população de helmintos em cabras leiteiras. Foram utilizadas 31 cabras, sendo 15 Saanen e 16 F1 (½ Saanen + ½ Bôer. Destas, 13 eram de 1º lactação e 18 de 2º ou mais lactações. As maiores contagens de OPG ocorreram no verão e primavera, sendo o OPG dos animais Saanen superior (p < 0,01 ao dos F1 (½ Saanen + ½ Bôer. Os animais de 1º lactação apresentaram OPG superior (p < 0,004 ao dos animais de 2º ou mais lactação. Durante o periparto as maiores contagem de OPG para os dois padrões raciais foram na semana do parto (p < 0,05, seguida pelo pós-parto e pré-parto. No periparto as cabras Saanen apresentaram OPG superior (p < 0,02 aos F1 e as primíparas (p < 0,008 em relação as pluríparas. Animais F1 são resistentes a helmintos quando comparado a animais Saanen, demonstrando que o cruzamento de raças resistentes com raças de alta produção é uma alternativa viável para aumentar a produtividade sem comprometer a estabilidade parasitaria do rebanho. O periparto constitui fator de risco associado á ocorrência de helmintos gastrintestinais, especialmente em cabras

  3. Função sexual e qualidade de vida em gestantes de baixo risco Sexual function and quality of life of low-risk pregnant women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Queiroz Ferreira

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar em gestantes saudáveis no segundo trimestre a associação entre função sexual e qualidade de vida, e função sexual e satisfação sexual. MÉTODOS: Estudo transversal com 51 gestantes em acompanhamento em ambulatório de pré-natal de baixo risco. A função sexual foi aferida por meio do Quociente Sexual - Versão Feminina (QS-F. A qualidade de vida e a satisfação sexual foram avaliadas pelo Instrumento Abreviado de Avaliação de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-bref. Os critérios de inclusão foram idade gestacional entre a 15ª e a 26ª semana, idade materna igual ou superior a 20 anos, mínimo de 5 anos de educação escolar, ter parceiro fixo há pelo menos 6 meses, ter tido relação sexual com penetração vaginal nos últimos 15 dias. Foram excluídas mulheres vítimas de violência sexual, com história pregressa ou atual de depressão, antecedente de aborto habitual ou complicações na gestação atual (amniorrexe prematura, trabalho de parto prematuro ou hemorragia. Para a análise dos dados foram utilizados os testes do χ² e exato de Fisher e pPURPOSE: To evaluate, in healthy women in the second trimester of pregnancy, a possible association between sexual function and quality of life, and between sexual function and sexual satisfaction. METHODS: This cross-sectional study involved 51 pregnant women managed at a low-risk antenatal care clinic. Sexual function was evaluated through the Sexual Quotient - Female Version (QS-F questionnaire. Quality of life and sexual satisfaction were evaluated though the brief version of the World Health Organization Quality of Life questionnaire (WHOQOL-bref. Inclusion criteria were pregnancy between 15-26 weeks, maternal age 20 or more years, at least five years of scholling, in a relationship with a single partner for the last 6 months, having sexual intercourse with vaginal penetration in the last 15 days. We excluded women with a history

  4. Associação dos biomarcadores com aterosclerose e risco para doença coronariana em portadores de HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Conceição Brandão de Arruda Falcão

    2012-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O uso maciço da Terapia Antirretroviral (TARV na população com vírus da imunodeficiência adquirida (HIV coincidiu com um aumento das doenças cardiovasculares, causa importante de morbimortalidade nesse grupo. OBJETIVO: Determinar a frequência de aterosclerose carotídea e avaliar a associação entre os níveis dos biomarcadores e o espessamento da camada médio-intimal carotídea em indivíduos HIV positivos, atendidos em serviços de referência para HIV em Pernambuco. MÉTODOS: Corte transversal com 122 pacientes HIV positivos. Considerou-se aterosclerose carotídea subclínica o aumento da espessura da camada média intimal da carótida comum > 0,8 milímetros ou placas no ultrassom de carótidas. Os biomarcadores inflamatórios analisados foram IL6, IL1-β, TNF-α, PCR-ultrassensível, sVCAM-1 e sICAM-1. RESULTADOS: Dos 122 pacientes analisados, a maioria era de homens (60,7%, com > 40 anos (57,4%, em uso de TARV (81,1%. A prevalência de aterosclerose foi de 42,6% (52 casos. Pacientes com idade acima de 40 anos e Framingham intermediário ou alto apresentaram maior chance de desenvolver aterosclerose na análise univariada. Idade acima de 40 anos (OR = 6,57 IC 2,66 -16,2; p = 0,000, sexo masculino (OR = 2,76 IC 1,12-6,79; p = 0,027 e a condição de síndrome metabólica (OR = 2,27 IC 0,94-5,50; p = 0,070 mostraram-se associados à aterosclerose na análise multivariada. Níveis elevados de citocinas inflamatórias e moléculas de adesão não mostraram associação com a presença de aterosclerose. CONCLUSÃO: Não houve associação entre os biomarcadores inflamatórios, moléculas de adesão e presença de aterosclerose carotídea. Entretanto, evidenciou-se em homens, pessoas com mais de 40 anos, portadores de escore de Framingham intermediário/alto ou síndrome metabólica maior chance de aterosclerose subclínica.

  5. Fatores de risco em carcinomas de células transicionais da bexiga: risk factors Transitional cell carcinoma of the bladder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Brianezi Tiraboschi

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar alguns dados epidemiológicos do câncer vesical bem como fatores de risco. MÉTODOS: Foram selecionados 125 pacientes atendidos no período 1980-2002, com idade média de 63,6±11,3 anos, sendo 97 (77,6% homens e 28 (22,4% mulheres. As proporções de tumores G1, G2 e G3 foram: 48%, 35,2% e 16,8%. As proporções dos estádios da lesão primária foram: pTa-1 - 85 ( 68% e pT2-4 - 40 ( 32%. Entre os pacientes com tumores superficiais houve recidiva em 41 (48,2%. RESULTADOS: O grau da lesão primária mostrou relação com o estádio T (pOBJECTIVE: To analyse some epidemiological data of patients with transitional cell carcinoma of the bladder (TCC and the predictive value of conventional risk factors. METHODS: From 1980 to 2002, 125 patients were treated at our hospital and selected retrospectively for this study. The series mean age was 63,6±11,3 years, being 77.6% males and 22.4% females. The proportions of G!, G2 and G3 TCC were: 48%, 35.2% and 16.8%. The T stage was: pTa-1 - 85 (68% and pT2-4 - 40 (32%. Superficial tumors were treated by TUR alone or plus BCG (>G1, and the invasives ones by radical cystectomy. The vesical reccurence rate of superficial TCC was 48.2%. RESULTS: TCC grade showed a positive association with T stage (p<0.0001 and patient survival (p<0.0001, but not with local bladder reccurence of superficial tumors (p=0.72. The T stage also showed a strong correlation with patient survival (p<0.0001. CONCLUSION: The TCC is more common in male than in female with mean age of 63.2 years. The tumor grading and staging exhibited as strong predictive value for disease progression and patient survival.

  6. Síndrome da apneia obstrutiva do sono (Saos e sonolência diurna excessiva (SDE: influência sobre os riscos e eventos de queda em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Afonso Burgos

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Muitos países vêm experimentando o processo de envelhecimento populacional e a consequente elevação das doenças associadas a ele, como dificuldade de manter o equilíbrio, perdas na qualidade do sono e síndrome da apneia obstrutiva do sono (Saos. OBJETIVOS:Investigar a correlação entre a Saos e sonolência diurna excessiva (SDE com os riscos e eventos de quedas em indivíduos idosos. MATERIAIS E MÉTODOS:Estudo descritivo, comparativo, de corte transversal com amostra de 75 indivíduos com idade igual ou superior a 60 anos, gêneros masculino e feminino. Foram utilizados o mini-exame do estado mental; escalas de depressão geriátrica simplificada; de sonolência de epworth; de avaliação do equilíbrio de tinneti; índice de massa corporal (IMC; registros estabilométricos das oscilações posturais ântero-posterior (AP e médio-lateral (ML. RESULTADOS: Maior prevalência de Saos no gênero masculino. Não foi encontrada correlação com significância estatística (Pearson, p ≤ 0,01 entre as variáveis IMC e estabilometria. Não houve correlação estatisticamente significativa (ANOVA, p ≤ 0,05 entre IMC (subgrupos normal, sobrepeso, graus I, II, III, e IV e estabilometria; entre os graus de severidade de Saos e estabilometria; entre dados estabilométricos de subgrupos de IMC e mesmo grau de severidade de Saos; entre dados estabilométricos de subgrupos de IMC e diferentes graus de Saos; entre os diferentes graus de Saos (GC, G1, (GC e G2, subgrupos de IMC e registros estabilométricos. CONCLUSÃO: Não foram encontrados resultados que corroborassem a hipótese de proporcionalidade entre graus de severidade de Saos, IMC e registro estabilométrico.

  7. Estudo da influência do Sarbanes-Oxley Act of 2002 sobre o gerenciamento do risco operacional em instituições financeiras brasileiras

    OpenAIRE

    Camazano, Magali Aparecida

    2008-01-01

    A desregulamentação e a globalização dos serviços financeiros associadas à sofisticação das tecnologias financeiras têm aumentado a complexidade das atividades bancárias e a conseqüente exposição dos bancos ao risco operacional. Casos diversos de perdas catastróficas relacionadas ao risco operacional se fizeram presentes nos últimos 10 anos, a exemplo da quebra do tradicional Barings Bank, na Inglaterra. Por decorrência, o Novo Acordo de Capital da Basiléia (Basiléia II), divul...

  8. Riscos ocupacionais e gestão ergonómica em postos de trabalho com utilização de equipamento informático

    OpenAIRE

    Neto, Signalda de Sousa

    2015-01-01

    Os riscos ocupacionais têm sido uma problemática nos postos de trabalho dotados de visor. Esta problemática carece de um estudo mais aprofundado, uma vez que a prevenção contínua contribui para o sucesso dos locais de trabalho. Este estudo pretende descrever a incidência/prevalência dos riscos laborais a que os profissionais cuja atividade requer o uso de equipamento de informática estão expostos. O objeto de estudo concentra a recolha de várias informações nos colaboradores, d...

  9. Hepatite C: prevalência e fatores de risco entre portadores do VIH/SIDA em Belém, Pará, na Amazônia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rita de Cassia Costa Monteiro

    2004-01-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou investigar a prevalência de infecção pelo vírus da hepatite C e identificar possíveis fatores de risco para sua transmissão, em 406 indivíduos portadores do vírus da imunodeficiência humana, maiores de dezoito anos de idade, atendidos na rede pública de saúde da cidade de Belém, Pará, situada na Amazônia brasileira. Os exames referentes ao anti-VHC foram realizados pelo método de Elisa e a pesquisa do VHC RNA através da reação de polimerase em cadeia. A prevalência de infecção, atual ou pregressa, pelo vírus da hepatite C foi de 16% (IC: 12,4 - 19,6. A análise multivariada mostrou associação do vírus C com as variáveis idade, cujo risco significante recaiu no grupo com cinqüenta ou mais anos (OR=9,75, antecedente de transfusão de sangue (OR=4,74 e uso de droga ilícita injetável (OR=149,28. A prevalência do vírus da hepatite C entre os usuários de drogas injetáveis foi de 83,7% e de 22,1% na população de transfundidos. Estes resultados indicam a efetiva transmissão do vírus C através da exposição percutânea e reafirmam o grande potencial de risco para hepatite C contido no uso injetável de drogas ilícitas.

  10. Caracterização epidemiológica e fatores de risco associados à infecção por Brucella ovis em ovinos deslanados do semiárido paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrine A. Santos

    2013-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo determinar a prevalência de rebanhos ovinos positivos (focos e de animais soropositivos para Brucella ovis na mesorregião do Sertão, Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil, bem como identificar fatores de risco. Foram colhidas amostras de sangue de 1.134 animais procedentes de 103 rebanhos em 17 municípios. Para o diagnóstico sorológico da infecção por B. ovis foi utilizado o teste de imunodifusão em gel de ágar (IDGA. Um rebanho foi considerado positivo quando apresentou pelo menos um animal soropositivo. Das 103 propriedades utilizadas 21 (20,39% apresentaram pelo menos um animal soropositivo e dos 1.134 animais, 59 (5,20% foram soropositivos. Realizar higiene nas instalações com periodicidade anual (odds ratio = 7,13; IC 95% = 1,56-32,47; p=0,011 e aquisição de animais (odds ratio = 6,06; IC 95% = 1,39-26,48; p=0,017 foram identificados como fatores de risco. Com base na análise de fatores de risco, recomenda-se a realização de diagnóstico da infecção por B. ovis previamente à aquisição de animais e realização periódica de higienização das instalações.

  11. Diretriz brasileira baseada em evidências sobre prevenção de doenças cardiovasculares em pacientes com diabetes: posicionamento da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD, da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC e da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Arpad Faludi

    Full Text Available Resumo Fundamentação: desde o primeiro posicionamento da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD sobre diabetes e prevenção cardiovascular, em 2014,1 importantes estudos têm sido publicados na área de prevenção cardiovascular e tratamento do diabetes,2 os quais contribuíram para a evolução na prevenção primária e secundária nos pacientes com diabetes. Ferramentas de estratificação de risco mais precisas, novos fármacos hipolipemiantes e novos antidiabéticos com efeitos cardiovasculares e redução da mortalidade, são parte desta nova abordagem para os pacientes com diabetes. O reconhecimento de que o diabetes é uma doença heterogênea foi fundamental, sendo claramente demonstrado que nem todos os pacientes diabéticos pertencem a categorias de risco alto ou muito alto. Um porcentual elevado é composto por pacientes jovens, sem os fatores de risco clássicos, os quais podem ser classificados adequadamente em categorias de risco intermediário ou mesmo em baixo risco cardiovascular. O presente posicionamento revisa as melhores evidências atualmente disponíveis e propõe uma abordagem prática, baseada em risco, para o tratamento de pacientes com diabetes. Estruturação: perante este desafio e reconhecendo a natureza multifacetada da doença, a SBD uniu-se à Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC e à Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabolismo (SBEM, e formou um painel de especialistas, constituído por 28 cardiologistas e endocrinologistas, para revisar as melhores evidências disponíveis e elaborar uma diretriz contendo recomendações práticas para a estratificação de risco e prevenção da Doença Cardiovascular (DVC no Diabetes Melito (DM. As principais inovações incluem: (1 considerações do impacto de novos hipolipemiantes e das novas medicações antidiabéticas no risco cardiovascular; (2 uma abordagem prática, baseada em fator de risco, para orientar o uso das estatinas, incluindo novas defini

  12. Risk factors associated with Toxoplasma gondii seroprevalence in goats in the State of Paraíba, Brazil Fatores de risco associados à soroprevalência de Toxoplasma gondii em caprinos do Estado da Paraíba, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina de Sousa Américo Batista Santos

    2012-12-01

    Full Text Available A cross-sectional study based on planned sampling was carried out to determine flock-level risk factors associated with Toxoplasma gondii antibody prevalence in dairy goat flocks in a semiarid region of northeastern Brazil. Serum samples from 975 adult dairy goats from 110 flocks were examined by indirect immonufluorescent antibody test (IFAT, using cut-off point at 1:64 dilution. From the 110 flocks, 77 presented at least one seropositive animal, corresponding to a prevalence of 70% (95% CI: 60.5-78.4%. Out of the 975 animals, 177 (18.1%; 95% CI = 15.8-20.7% tested positive. The presence of toxic plants (OR = 5.11; P = 0.045 and the fact that goat breeding is not the main activity on the farm (OR = 3.34; P = 0.014 were identified as risk factors. The results of the present study showed evidence of the presence of T. gondii infection in dairy goats from a semiarid region of northeastern Brazil using planned sampling. Further studies are needed to elucidate the importance of the identified risk factors in the epidemiology of the infection.Foi conduzido um estudo transversal baseado em amostragem planejada com o objetivo de determinar fatores de risco associados com a prevalência de anticorpos contra Toxoplasma gondii, em rebanhos de caprinos leiteiros, em uma região semiárida do Nordeste do Brasil. Amostras de soro de 975 caprinos leiteiros adultos, procedentes de 110 propriedades, foram examinadas pela reação de imunofluorescência indireta (RIFI, utilizando-se como ponto de corte a diluição 1:64. Das 110 propriedades, 77 apresentaram pelo menos um animal soropositivo, correspondendo a uma prevalência de 70% (IC 95%: 60,5-78,4%. Dos 975 animais, 177 (18,1%; IC 95% = 15,8-20,7% foram positivos. Apesar da presença de plantas tóxicas (OR = 5,11; P = 0,045 e da caprinocultura não ser a principal atividade na propriedade (OR = 3,34; P = 0,014, foram identificados como fatores de risco. Os resultados do presente estudo mostraram uma evid

  13. Mapeamento e avaliação do risco a inundação do Rio Cachoeira em trecho da área urbana do Município de Itabuna/BA

    OpenAIRE

    Hora,Silmara Borges da; Gomes,Ronaldo Lima

    2009-01-01

    Os mapas de inundação se configuram em um instrumento importante na prevenção, controle e gestão das inundações, pois através deles é possível definir as áreas de risco. Itabuna município localizado ao sul da Bahia, com cerca de 97,20% (IBGE, 2000) de sua população vivendo na zona urbana , vem sofrendo com as constantes cheias do rio Cachoeira. Em geral, ocorrem cheias anuais que inundam, principalmente, trechos de ocupação subnormal ao longo do rio. Dessa forma, o objetivo dessa pesquisa foi...

  14. Prevalência de complicações micro e macrovasculares e de seus fatores de risco em pacientes com diabetes melito do tipo 2 em atendimento ambulatorial Prevalence of micro and macroangiopatic chronic complications and their risk factors in the care of out patients with type 2 diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Selbach Scheffel

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O diabetes melito (DM do tipo 2 está associado ao desenvolvimento de complicações macroangiopáticas [cardiopatia isquêmica (CI, doença vascular periférica (DVP e acidente vascular cerebral (AVC] e microangiopáticas [retinopatia diabética (RD, nefropatia diabética (ND e neuropatia sensitiva distal (NSD]. Os objetivos deste estudo foram avaliar a prevalência das complicações crônicas em pacientes com DM do tipo 2 e aferir os seus possíveis fatores de risco. MÉTODOS: Estudo transversal, incluindo 927 pacientes com DM do tipo 2 atendidos ambulatorialmente em três centros médicos do Rio Grande do Sul: Hospital de Clínicas de Porto Alegre (n = 475, Grupo Hospitalar Conceição (n = 229 e Hospital São Vicente de Paula (n = 223. Dentre os pacientes, 42% eram homens, a média de idade era de 59 ± 10 anos e a mediana da duração do DM do tipo 2 era 11 (5 - 43 anos. A RD foi definida por fundoscopia direta; a CI através do questionário da OMS e/ou alterações eletrocardiográficas e/ou anormalidades perfusionais na cintilografia miocárdica; a NSD por sintomas compatíveis e ausência de sensação ao monofilamento de 10g e/ou ao diapasão; a DVP pela claudicação e ausência de pulsos pediosos; o AVC por seqüelas ou história compatível e a ND pela excreção urinária de albumina (>20 µg/min. A hipertensão arterial sistêmica (HAS foi definida pelos níveis pressóricos (>140/90 mmHg e/ou uso de drogas anti-hipertensivas. Foram calculados o índice de massa corporal (IMC, kg/m² e a razão cintura-quadril (RCQ. RESULTADOS: A CI estava presente em 36% e a DVP em 33% dos pacientes. Dentre as complicações microvasculares, 37% tinham doença renal (12% macroalbuminúricos e 48% RD (15% retinopatia proliferativa. A NSD foi encontrada em 36% dos pacientes. HAS estava presente em 73% dos pacientes. O colesterol estava acima de 200 mg/dl em 64%, enquanto o IMC > 30 kg/m² em 36%. Vinte e dois por cento dos pacientes

  15. Contracepção hormonal e sistema cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milena Bastos Brito

    2011-04-01

    Full Text Available A contracepção hormonal é o método mais utilizado para prevenção de gestações não planejadas. A literatura tem demonstrado associação entre risco cardiovascular e uso de hormonioterapia. A fim de melhorar a orientação contraceptiva para mulheres com fatores de risco para doença cardiovascular, realizamos uma revisão da literatura em relação ao assunto. Esta revisão descreve os dados mais recentes da literatura científica acerca da influência dos contraceptivos hormonais em relação a trombose venosa, arterial e hipertensão arterial sistêmica, doenças cada dia mais prevalentes na população feminina jovem.

  16. Gestão de riscos em fundos de pensão no Brasil: situação atual da legislação e perspectivas

    OpenAIRE

    Rieche, Fernando Ceschin

    2005-01-01

    O artigo apresenta os principais riscos com os quais as entidades fechadas de previdência complementar (EFPCs), também conhecidas como fundos de pensão, têm que lidar na gestão de seus recursos: risco de mercado, risco decrédito, risco operacional, risco de liquidez e risco de descasamento entre ativos e passivos. Além disso, são apresentadas as técnicas mais comuns utilizadas para mitigá-los e analisados os instrumentos de gestão de riscos à luz da legislação brasileira, procurando-se avalia...

  17. Análise da mortalidade e das internações por doenças cardiovasculares em Niterói, entre 1998 e 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luiza Garcia Rosa

    2011-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A redução da mortalidade por doenças cardiovasculares é observada no Brasil há anos, atribuída à queda nos fatores de risco, melhora na terapêutica e diminuição da mortalidade hospitalar. OBJETIVO: Comparar a mortalidade populacional, o coeficiente de internação e a mortalidade hospitalar em unidades do Sistema Único de Saúde, para doença isquêmica do coração (DIC, doenças cerebrovasculares (DCBV e insuficiência cardíaca (IC, no município de Niterói, entre 1998 e 2007. MÉTODOS: Foram utilizados o número de óbitos e o de internações e mortalidade hospitalar de residentes em Niterói para o capítulo IX do CID10 e causas específicas disponíveis no Datasus, na população de 30 anos e mais. A diferença entre a magnitude dos indicadores foi calculada para homens e mulheres considerando a média do primeiro triênio menos a média do segundo triênio. RESULTADOS: Houve queda dos coeficientes de mortalidade populacional em homens e mulheres, para todas as faixas etárias, nos três grupos de causas e para o capítulo IX. A tendência à queda dos coeficientes diminuiu com a idade. Para DIC houve queda na mortalidade hospitalar. Para DCBV e IC, aumento. Os coeficientes de internação hospitalar por DIC diminuíram, com exceção de algumas faixas. CONCLUSÃO: O presente estudo permitiu esclarecer alguns aspectos da morbimortalidade cardiovascular em Niterói. A redução da mortalidade populacional e hospitalar por DIC indica haver melhor qualidade na abordagem dessa condição. O aumento da mortalidade hospitalar por DCBV e IC aponta para a necessidade de se dar maior atenção à qualidade do cuidado hospitalar para esses grupos de doenças.

  18. Doença de lesões mínimas e glomeruloesclerose segmentar e focal em adultos: resposta a corticoide e risco de insuficiência renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcio R. R. Moura

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Introdução: O perfil clínico de pacientes brasileiros adultos com síndrome nefrótica por doença de lesões mínimas (LM e glomeruloesclerose segmentar e focal (GESF é pouco conhecido. Objetivo: Avaliamos as características clínico-laboratoriais e resposta a tratamento em pacientes adultos com síndrome nefrótica e diagnósticos histológicos de LM ou GESF. Métodos: Fez-se a análise retrospectiva de 50 pacientes adultos com LM e 120 com GESF. Todos os pacientes foram inicialmente tratados com corticosteroide. Os desfechos do estudo foram: resposta a corticosteroide, prevalência de remissão total, progressão para doença renal crônica estágio 5 (DRC5 e necessidade de terapia de substituição renal por DRC5. Resultados: Níveis iniciais de creatinina sérica foram 24% mais elevados entre pacientes com GESF (p = 0,02 e os de proteinúria foram 36% mais altos em LM (p < 0,001. Pacientes com LM foram córtico-sensíveis em 80% dos casos, com remissão total em 74%, e os pacientes com GESF em 58% (p = 0,01, com remissão total em 30% (p = 0,002. A prevalência de insuficiência renal aguda em pacientes com GESF foi de 39% (vs. 12%, p = 0,013 e DRC5 de 10% (vs. 0%, p < 0,001. Remissão completa ou parcial com o uso de corticosteroide reduziu em 83% o risco de DRC5 (p < 0,001 e remissão total associou-se a redução no risco de DRC5 de 89% (p < 0,001. Conclusão: A resposta positiva à corticoterapia foi o fator mais importante relacionado à preservação da função renal ao longo de mais de uma década de seguimento, e GESF relacionou-se a menor índice de resposta a corticosteroide.

  19. Influência do nível socioeconômico sobre comportamentos de risco para transtornos alimentares em adolescentes Socioeconomic influence on eating disorders risk behaviors in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Louise Lenz Dunker

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco para transtornos alimentares (TA em adolescentes de diferentes níveis socioeconômicos. MÉTODO: 183 adolescentes do sexo feminino de 15 a 18 anos de duas escolas (pública e particular foram avaliadas quanto à renda e escolaridade dos pais, estado nutricional, comportamentos de risco para TA (Teste de Atitudes Alimentares - EAT-26, atitudes socioculturais quanto à aparência (Escala das Atitudes Socioculturais Voltadas para Aparência - SATAQ-3, percepção corporal (escala de silhuetas e uso de dietas. RESULTADOS: A média do escore do EAT-26, assim como a porcentagem de adolescentes consideradas de risco foram semelhantes entre as escolas (p >0,05. No escore do SATAQ-3, verificou-se na escola particular um valor maior que da pública (p0,05, e as que apresentaram sobrepeso/obesidade tiveram escores maiores no EAT-26. Metade das adolescentes das escolas já fez dieta, sendo que a frequência do uso de dietas esteve associada com o maior escore do EAT-26. CONCLUSÕES: Comportamentos de risco foram encontrados em grande parte da população estudada, mas esses não estiveram associados com o nível socioeconômico.OBJECTIVE: To investigate eating disorders (ED risk behaviors at adolescents from different socioeconomic status. METHOD: 183 girls 15-18 years old from two schools (public and private were evaluated about parent's education and income, nutritional status, ED risk behavior (Eating Attitudes Test - EAT-26, sociocultural attitudes toward appearance (SATAQ-3, corporal perception (silhouettes scale and dieting. RESULTS: Mean score of EAT-26, as well as percentage of risky girls were similar at both schools (p >0.05. At SATAQ-3 score, it was noticed a higher value at private school compared to public one (p0.05, and girls who were overweight/obese had a higher score at EAT-26. Half of the girls from both schools have already diet, and dieting frequency was associated with a higher score at EAT

  20. Docentes de pós-graduação: grupo de risco de doenças cardiovasculares = Teachers of post-graduate degree: risk group of cardiovascular disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otacílio Antunes Santana

    2011-07-01

    Full Text Available Os docentes de pós-graduação apresentaram aumento nos pedidos de licenças médicas, principalmente por sintomas ou sequelas de doenças cardiovasculares. Com isso, o objetivo deste trabalho foi, por meio de um questionário direcionado a professores de pós-graduação, quantificar entre eles quantos realizavam atividades físicas frequentes, dietas balanceadas e visitas médicas, e outros fatores, e comparar isso com: i a ocorrência de intervenções cardíacas, doenças coronarianas e acidentes vasculares cerebrais; ii o número de produção científica e o número de orientando médio por ano. Foram respondidos e analisados 540 questionários. A hipótese deste trabalho foi aceita, ou seja, quanto maiores o número de produção científica e o número de orientandos em média por ano, maiores foram as ocorrências médias de intervenções cardíacas, doenças coronarianas e os acidentes vasculares cerebrais (hemorrágico e isquêmico em docentes de pós-graduação, principalmente, pela falta de dieta equilibrada e balanceada, de atividades físicas supervisionadas regularmente, e visitas médicas frequentes, justificados pela excessiva carga horária fora do expediente, para se manter os indicadores de qualidade dos cursos de pós-graduação e de seus currículos atualizados.Teachers of post-graduate programs presented an increase in requests for sick leaves, mainly by symptoms or sequela of cardiovascular diseases. By using a questionnaire addressed to teachers of post-graduate courses, this study aimed to: i identify how many of them had performed frequent physical exercise, balanced diets and medical visits, and other factors, and compare this: i with the occurrence of cardiac interventions, coronary heart diseases, strokes and cerebral vascular accident; and ii with the number of scientific production and the average number of advisees per year. 540 questionnaires were returned and analyzed. Our working hypothesis was accepted

  1. Uma reflexão sobre os critérios de prevenção de riscos na atividade de trabalho em prensas A reflexion about risk prevention criteria in work with presses activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cândida Ferreira Lima

    2009-01-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo discutir a concepção de critérios de prevenção dos riscos no trabalho em prensas, especificamente no atual contexto produtivo da indústria automotiva. Foi realizada a análise ergonômica do trabalho focada em uma linha de estampagem de uma indústria de autopeças, inserida em uma rede de fornecedores de uma grande montadora, no momento da implantação dos dispositivos de proteção previstos no Programa de Proteção de Riscos em Prensas e Similares (PPRPS. Os resultados obtidos através da análise da atividade de trabalho realizada antes e após a inserção das cortinas de luz e dos novos comandos bimanuais demonstram: os limites dos critérios preventivos que norteiam o PPRPS, circunscritos às interfaces homem-máquina; a centralidade dos condicionantes organizacionais expressos nas exigências de produtividade e qualidade nas possibilidades de gestão dos riscos pelos trabalhadores e o caráter não integrado da prevenção dos acidentes típicos e dos distúrbios musculoesqueléticos.This article is aimed at the concept of risk prevention criteria when working with presses, specifically in the current production context of the automotive industry. An ergonomics work analysis of an auto parts manufacturer's stamping production line operating in a network of suppliers for a large assembly plant was implemented, at the moment proposed protective devices were introduced by the Risk Prevention in Presses and Similar Equipments Program (RPPSEP. The results obtained from the analysis of the activity of work carried out before and after the introduction of light curtains and new bimanual controls demonstrate: the limits of the preventative criteria that guide RPPSEP, circumscribed by the man-machine interfaces; the organizational constraints of the importance of productivity and quality requirements in worker risk management possibilities, and the non-integrated prevention character of typical accidents and

  2. DOSE NÃO USUAL DE VARFARINA PARA ALCANÇAR RNI TERAPÊUTICA EM UMA CRIANÇA DE QUATRO MESES: FATORES DE RISCO NÃO GENÉTICOS AINDA SÃO UM DESAFIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Miyake Okumura

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Descreve se uma criança do sexo feminino, com quatro meses de idade, que necessitou de varfarina 0.7 mg/kg/dia (5 mg. Discutem se os fatores de risco clinicamente relevantes para prescrição de altas doses do anticoagulante em crianças. Descrição do caso: Em novembro de 2015, uma criança de 5 kg (36 semanas, pré termo foi admitida no pronto atendimento por status epilepticus e febre. Diazepam, fenitoína e ceftriaxona foram prescritos inicialmente. A pesquisa no líquor revelou presença de sete leucócitos, 150 mg/dL de proteínas, 1 mg/dL de glucose e cocos Gram positivos. Em tomografia de crânio, foram observados sinais hipodensos em cerebelo, lobo temporal e núcleos de base à esquerda, sugerindo vasculite infecciosa por meningite pneumocócica. Após o quadro agudo da encefalite, a criança desenvolveu uma trombose e necessitou de anticoagulação com enoxaparina e, posteriormente, com varfarina. Dez dias de tratamento com o segundo fármaco foram necessários para atingir relação normalizada internacional (RNI terapêutica, tendo sido realizados cinco ajustes de dose desde a primeira prescrição de varfarina. Comentários: Os fatores de risco determinantes para necessidade de doses maiores de varfarina foram idade e uso de nutrição enteral. Fenobarbital e prednisona também podem ter contribuído para o uso de uma das maiores doses de varfarina já relatadas na literatura. A despeito da importância dos testes de polimorfismo genético, os pediatras devem estar atentos para identificar os fatores que contribuem para a prescrição de maiores doses de varfarina, de forma a minimizar os riscos de trombose, reduzindo os custos com internação e exames laboratoriais.

  3. Riscos da interação droga-nutriente em idosos de instituição de longa permanência Riesgos de interacción droga-nutriente en ancianos de institución de larga permanencia Risks of drug-nutrient interaction for the elderly in long-term care institutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessica Sereno Peixoto

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar riscos da interação droga-nutriente nos idosos residentes em Instituição de Longa Permanência. Trata-se de estudo descritivo, de abordagem quantitativa, realizado em 73 idosos. A coleta dos dados ocorreu em 2008, através da análise dos prontuários, história dietética e avaliação do IMC. Os dados evidenciaram que os medicamentos mais utilizados foram do sistema nervoso e cardiovascular, totalizando 66% das prescrições. Entre 375 medicamentos prescritos, 166 fazem algum tipo de interação, 32,0% diminuem o efeito de absorção do fármaco quando há utilização de cafeína e 14,3% diminuem absorção de vitamina B12. A utilização de diversos medicamentos de uso contínuo pode acarretar prejuízo na absorção de nutrientes, aumentando o risco de desnutrição em idosos. Torna-se indispensável a ação da equipe de saúde, através da avaliação criteriosa dos medicamentos administrados, dietoterapia e a interação entre os mesmos, para beneficiar idosos com melhor aproveitamento da terapêutica e melhoria das condições nutricionais.El objetivo fue verificar el riesgo de interacciones fármaco-nutriente en los ancianos residentes en Institución de Larga Permanencia. Estudio descriptivo, cuantitativo, realizado en 73 ancianos. La recolección de datos se realizó en 2008 a través del análisis de los registros médicos, historia dietética y la evaluación del IMC. Los datos evidenciaron que los medicamentos más utilizados fueron del sistema nervioso y cardiovascular, totalizando el 66% de las prescripciones; entre los 375 medicamentos prescriptos, 166 hacen algún tipo de interacción, el 32,0% disminuye el efecto de absorción del fármaco cuando hay utilización de cafeína y el 14,3% disminuye la absorción de vitamina B12. La utilización de diversos medicamentos de uso continuo puede acarrear perjuicio en la absorción de nutrientes. Vuelve indispensable la acción del equipo de

  4. Avaliação antropométrica, fatores de risco para desnutrição e medidas de apoio nutricional em crianças internadas em hospitais de ensino no Brasil Anthropometric evaluation, risk factors for malnutrition, and nutritional therapy for children in teaching hospitals in Brazil

    OpenAIRE

    Roseli O. S. Sarni; Maria de Fátima C. C. Carvalho; Cristina M. G. do Monte; Zuleica P. Albuquerque; Fabíola I. S. Souza

    2009-01-01

    OBJETIVO: Avaliar os fatores de risco para desnutrição, estado nutricional e medidas de apoio nutricional em crianças hospitalizadas. MÉTODOS: Por meio de estudo longitudinal, prospectivo, avaliou-se por 3 meses consecutivos todas as crianças hospitalizadas (< 5 anos) em enfermarias de pediatria geral de 10 hospitais universitários brasileiros. Para coleta de dados, utilizou-se questionário padrão e avaliação da condição nutricional, obtida na internação e alta: escore z peso/estatura, peso/i...

  5. Método de coleta e análise de amostras de poeira para avaliação de riscos de explosões de pós em suspensão em unidades de recebimento e armazenagem de grãos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Fabiano Costella

    Full Text Available Resumo O fogo e a explosão devido à poeira orgânica em suspensão são riscos potencialmente mortais em toda a operação que tem como resultado secundário a formação de materiais pulverulentos em algumas etapas de seu processo produtivo. Este artigo apresenta um método de coleta e análise de amostras de poeira para avaliação de riscos de explosões de pós em suspensão, e foi testado em uma unidade de recebimento, limpeza, secagem, armazenagem e expedição de grãos (soja. O método de pesquisa consiste na avaliação da concentração de poeira total nos setores considerados de maior risco quanto à explosão de pó, sendo, neste estudo de caso, a moega com descarga manual, a moega com descarga através de tombador, o secador, o túnel subterrâneo, o redler, o elevador e a máquina de limpeza. Dentre os resultados destaca-se que as concentrações totais nos setores pesquisados após 8 horas de utilização ultrapassaram o recomendado em quatro locais dos sete amostrados. Observou-se o crescimento da concentração conforme o tempo de operação da unidade, ressaltando que, a partir da análise dos valores encontrados, uma parcela do pó decanta rapidamente e outra, com granulometria menor, permanece suspensa no ar por um longo tempo, o que consiste em um fator de risco altíssimo. Por fim, descreveram-se as medidas preventivas para evitar explosões em locais onde podem ser encontradas concentrações dentro da faixa de explosividade.

  6. Hábitos Alimentares, Atividade Física e Escore de Risco Global de Framingham na Síndrome Metabólica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thays Soliman Soares

    2014-04-01

    Full Text Available Fundamento: A síndrome metabólica é um transtorno complexo representado por um conjunto de fatores de risco cardiovascular. A adoção de um estilo de vida saudável está fortemente relacionada à melhora da Qualidade de Vida e interfere de forma positiva no controle dos fatores de risco presentes nessa condição clínica. Objetivo: Avaliar o efeito de um programa de modificação do estilo de vida sobre o Escore de Risco Cardiovascular Global de Framingham em indivíduos com síndrome metabólica. Método: Trata-se de uma subanálise de um ensaio clínico randomizado, controlado, cegado, com duração de três meses. Os participantes foram randomizados em quatro grupos: intervenção nutricional + placebo (INP, intervenção nutricional + suplementação de ácidos graxos ômega 3 (3 g/dia de óleo de peixe (INS3, intervenção nutricional + atividade física + placebo (INEP e intervenção nutricional + atividade física + suplementação de ácidos graxos ômega 3 (INES3. O Escore de Risco Cardiovascular Global de Framingham de cada indivíduo foi calculado antes e após a intervenção. Resultados: Participaram do estudo 70 indivíduos. Observou-se uma redução da média do escore após a intervenção de forma geral (p < 0,001. Obteve-se uma redução para risco intermediário em 25,7% dos indivíduos. Após a intervenção, observou-se redução significativa (p < 0,01 da "idade vascular", sendo esta mais expressiva nos grupos INP (5,2% e INEP (5,3%. Conclusão: Todas as intervenções propostas produziram efeito benéfico para a redução do escore de risco cardiovascular. O presente estudo reforça a importância da modificação do estilo de vida na prevenção e no tratamento das doenças cardiovasculares.

  7. Hábitos alimentares e fatores de risco para aterosclerose em estudantes de Bento Gonçalves (RS Dietary habits and risk factors for atherosclerosis in students from Bento Gonçalves (state of Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hosana Maria Speranza Cimadon

    2010-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A doença cardiovascular aterosclerótica inicia seu processo na infância precoce e é influenciada ao longo da vida por fatores genéticos e exposição ambiental a fatores de risco potencialmente modificáveis. OBJETIVO: Investigar a prevalência de fatores de risco para aterosclerose com ênfase nos hábitos alimentares em uma cidade de colonização predominantemente italiana. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, envolvendo 590 estudantes do ensino fundamental com idades entre 9 e 18 anos, com amostra por conglomerado. Foram coletados: dados de identificação, história familiar e história pregressa, além das informações referentes à alimentação dos estudantes. Os hábitos alimentares considerados inadequados incluíram: consumo de fast food, guloseimas, bebidas açucaradas e gorduras de origem animal por quatro ou mais vezes por semana e frutas, hortaliças e leguminosas por menos de quatro vezes por semana. RESULTADOS: A prevalência de excesso de peso entre os estudantes foi 24,6% (n=145; pressão arterial elevada, 11,1% (n=65; tabagismo passivo, 35,4% (n=208; estilo de vida sedentário, 52,3% (n=306; história familiar doenças 1º grau: hipertensão arterial sistêmica, 21,4% e obesidade, 36,5%. Alimentos consumidos por quatro ou mais vezes por semana: fast food, 70,3% (n=411; guloseimas, 42,7% (n=252; bebidas açucaradas, 71% (n=419; e gorduras de origem animal, 24,4% (n=143. Alimentos consumidos por menos de quatro vezes por semana: frutas, 36,8% (n=215; hortaliças, 49,5% (n= 292 e leguminosas, 63,7% (n=374. CONCLUSÃO: São necessárias intervenções que promovam mudanças nos hábitos alimentares dos estudantes: maior consumo de frutas, hortaliças e leguminosas e aumento do nível de atividade física.BACKGROUND: Atherosclerotic cardiovascular disease begins its process in early childhood and is influenced throughout life by genetic factors and environmental exposure to potentially modifiable

  8. Fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares: um estudo em universitárias Risk factors in the development of eating disorders: study in a group of college women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Medeiros Rataichesck FIATES

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho buscou identificar, em mulheres universitárias, aquelas que apresentavam fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares. Aplicou-se o questionário Eating Attitudes Test em 221 mulheres (114 estudantes de nutrição e 107 estudantes de outras áreas não relacionadas à saúde. Os resultados indicaram que 22,17% das estudantes apresentaram fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbio alimentar, sendo que no grupo de alunas da nutrição o percentual foi maior (25,43% do que no grupo de estudantes de outros cursos (18,69%. Embora a diferença não tenha sido significativa, as futuras nutricionistas podem estar inseridas em um ambiente mais favorável ao desenvolvimento de distúrbios alimentares.This work studied a group of 221 college women, to identify those who presented risk factors compatible with the development of eating disorders. The Eating Attitudes Test was applied to 221 women (114 nutrition students and 107 students from other areas, unrelated to the health field. Results indicated that 22.17% of the group presented risk factors in the development of an eating disorder. Nutrition students presented a higher percentage (25.43% than the other students (18.69%, but this difference was not significant. However, women who study nutrition may be exposed to an environment more propitious to the development of eating disorders.

  9. ESTUDO DO RISCO DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL EM RIOS MEDIANTE A APLICAÇÃO DE UM MODELO MATEMÁTICO fuzzy DE DBO/OD, CONSIDERANDO DIFERENTES FONTES DE LANÇAMENTO DE EFLUENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Amelia Lopes

    2016-06-01

    Full Text Available Com base no fenômeno de transferência de massa, a lógica fuzzy desenvolvida no presente estudo estabeleceu relações entre a Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO e o Oxigênio Dissolvido (OD, para diferentes lançamentos. A aplicação da lógica fuzzy neste cenário, permitiu que as incertezas das variáveis envolvidas no processo, especificamente na solução da equação de advecção, fossem avaliadas e o risco de contaminação de um sistema hídrico diante dos lançamentos de poluentes pudesse ser investigado. No desenvolvimento da lógica fuzzy,  os parâmetros de DBO/OD foram convertidos em um conjunto de equações diferenciais e representados como funçõe de pertinência. Para execução das simulações da qualidade da água, os autores utilizaram um programa computacional codificado em linguagem FORTRAN. De acordo com os resultados, concluiu-se que a combinação da Teoria do Transporte de Massa e a da Lógica fuzzy pode ser uma importante ferramenta para a avaliação da Análise de Risco em sistemas hídricos, contribuindo sobremaneira para o monitoramento de temáticas prioritárias da Engenharia Ambiental.

  10. A influência dos principais factores de risco cardiovascular nos AVCs e consequente perturbação da linguagem adquirida

    OpenAIRE

    Ferreira, Elisabete Duarte

    2013-01-01

    Trabalho de Projeto apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Terapêutica da Fala, área de especialização em Linguagem no Adulto Introdução: O acidente vascular cerebral (AVC) constitui um dos principais problemas de saúde pública, de morbimortalidade e de incapacidade prolongada. As alterações decorrentes do AVC incluem os défices motores, os défices cognitivos e as perturbações da linguagem adquirida, tal como a afasia. Foi se...

  11. Soroprevalência e fatores de risco para sífilis em população carcerária de Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Sampaio Sgambatti de Andrade

    1989-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de dimensionar a prevalência da infecção pelo Treponema pallidum e determinar fatores de risco relacionados a soropositividade foram rastreados 299 presidiários no Centro Penitenciário de Atividades Industriais de Goiás (CEPAI-GO, 20 Km de Goiânia. O rastreamento sorológico foi realizado utilizando-se como critério de positividade, qualquer resultado sororeagente ao VDRL independentemente do título. Através de um questionário padronizado foram avaliados os seguintes fatores de risco: tempo de encarceramento, sinais e sintomas relativos às principais doenças sexualmente transmissíveis (DST, história de sífilis ou outras DST e práticas sexuais (homo/bissexualismo e número de parceiros. Foram calculados o valor preditivo positivo (VPP e negativo (VPN da história pregressa de sífilis obtida na anamnese. Uma soroprevalência global de 18,4% foi obtida, não havendo diferença entre as faixas etárias. O VPP do antecedente de sífilis foi de 26% significando que 74% dos indivíduos que referiram sífilis no passado não tiveram confirmação pelo VDRL. Entre os fatores de risco testados, a bissexualidade foi o único que apresentou associação estatisticamente significante com soropositividade (risco relativo 5,8 - LC 95% 1,2-16,0 p= 0,03. Foram discutidas as dificuldades metodológicas que poderiam ter influenciado nos resultados.

  12. Estudo das freqüências dos principais fatores de risco para acidente vascular cerebral isquêmico em idosos Study of the main risk factors frequencies for ischemic cerebrovascular disease in elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Luciano Pires

    2004-09-01

    Full Text Available Foram estudados retrospectivamente 262 pacientes com diagnóstico clínico de acidente vascular cerebral isquêmico (AVCi permanente, com idade igual ou superior a 60 anos, selecionados dos 1015 registros da Liga de Aterosclerose da Clínica Neurológica da ISCMSP, de 1990 a 2002. O estudo focalizou as freqüências dos fatores de risco modificáveis para AVCi nesta população idosa, considerando-se sexo e faixa etária dos pacientes. Os resultados evidenciaram que a hipertenção arterial sistêmica é significativamente freqüente (87,8% entre pacientes idosos com AVCi, independentemente do sexo e da faixa etária. Tabagismo (46,9% e etilismo (35,1% revelaram-se fatores de riscos modificáveis freqüentes especialmente entre os homens. As cardiopatias (27,0%, o Diabete Melito (19,9% e as dislipidemias (15,6% também se revelaram fatores de risco modificáveis freqüentes em pacientes idosos com AVCi, em ambos os sexos e em ambas as faixas etárias estudadas (60 a 70 anos e mais que 71 anos. Foi relativamente baixa a freqüência de hiperuricemia nesta amostra.Two hundred and sixty two patients with clinical diagnosis of permanent ischemic stroke, all of them aged 60 or more were retrospectively studied from the 1015 cerebrovascular diseases (CVD records of the Atherosclerosis Ligue of the Neurology Clinics of the ISCMSP, from 1990 to 2002. The study emphasized modifiable risk factors frequencies for ischemic stroke in this population, considering gender and age of the patients. Results have evidenced that systemic arterial hypertension is a main risk factor significantly frequent in old people (87.8%, independently of gender and age. Smoking (46.9% and alcohol consumption (35.1% have revealed to be very frequent important modifiable risk factors especially among men. Lower frequencies have been presented for cardiac diseases (27.0%, Diabetes Melitus (19.9%, and dislipidemia (15.6% as risk factors for ischemic stroke in old people of both

  13. Bancroftian filariasis in two urban areas of Recife, Brasil: the role of individual risk factors Filariose bancroftiana em duas áreas urbanas do Recife, Brasil: o papel dos fatores de risco individuais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. de Fátima Militão de Albuquerque

    1995-06-01

    pela técnica da gota espessa utilizando 45µl de sangue capilar entre 20:00 e 24:00 horas. Homens com idade entre 15 e 44 anos apresentaram o maior risco de microfilaremia. Microfilaremia esteve também associada com o não uso de mosquiteiros para dormir e um maior tempo de residência nas áreas de estudo. A prevalência total de doença filarial foi 6,3%. Os homens apresentaram o maior risco de desenvolver doença aguda. O risco de manifestações clínicas crônicas foi também maior entre os homens e aumentou com a idade. Não encontramos associação entre tempo de residência nas áreas, uso de mosquiteiros, microfilaremia e doença filarial aguda e crônica. Podemos concluir que em áreas endêmicas existem subgrupos de indivíduos que têm um maior risco de serem portadores de microfilárias devido a comportamentos diferentes em relação ao contato com o vetor.

  14. História familiar em segundo grau como fator de risco para câncer de mama Second-degree family history as a risk factor for breast cancer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Marques de Souza

    1998-09-01

    Full Text Available Objetivos: investigar a associação entre história familiar de câncer de mama em segundo grau e o risco de apresentar a doença. Métodos: estudo de caso-controle com casos incidentes. Foram avaliados 66 casos e 198 controles selecionados entre mulheres que realizaram mamografia em Serviço Privado de Radiodiagnóstico no período de janeiro de 94 a julho de 97. Casos e controles foram pareados quanto idade, idade da menarca, da primeira gestação e da menopausa, paridade, uso de anticoncepcionais orais e terapia de reposição hormonal. Resultados: não houve diferença significativa entre casos e controles em relação a outros fatores de risco que não história familiar em segundo grau. As pacientes com câncer de mama apresentaram maior chance de ter história familiar em segundo grau comparadas aos controles (RC=2,77; IC 95%, 1,03-7,38; p=0,039. Conclusões: a neoplasia maligna de mama está associada à presença de história familiar em segundo grau para essa doença.Purpose: to evaluate the association between second-degree family history of breast cancer and the risk to develop the disease. Methods: case-control study of incident cases. Sixty-six incident breast cancer cases and 198 controls were selected among women who were submitted to mammography in a private clinic between January 1994 and July 1997. Cases and controls were paired regarding age, age at menarche, at first live birth, at menopause, parity, oral contraceptives and use of hormonal replacement therapy. Results: there was no significant difference between cases and controls regarding all risk factors evaluated, besides second-degree family history. Patients with breast cancer were more likely to have second-degree relatives with breast cancer when compared to controls (OR=2.77; 95% CI, 1.03-7.38; p=0.039. Conclusions: malignant neoplasm of the breast is significantly associated with a second-degree family history of this disease.

  15. Prognóstico do duke-escore versus cintilografia em pacientes com fatores de risco para doença arterial coronariana: seguimento de um ano Prognosis of duke treadmill score versus scintilography in patients at risk for coronary artery disease: one year follow-up

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Gasperin

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a sensibilidade, a especificidade e o risco de eventos cardiovasculares em pacientes com Duke-escore (DE baixo, intermediário e alto risco, em comparação com a presença (ou não de defeitos de perfusão à cintilografia do miocárdio. MÉTODOS: Estudo prospectivo, consecutivo, com 173 pacientes com 2 ou mais fatores de risco para doença arterial coronariana (DAC, que foram submetidos à cintilografia de perfusão do miocárdio com tetrofosmin marcado com tecnécio-Tc 99m (CPM e ao teste ergométrico (aplicando-se o DE, de um bairro de Curitiba, entre janeiro de 2003 a fevereiro de 2004. Os pacientes tiveram seguimento de 13±1 meses e 162 completaram o acompanhamento. Foi avaliada a presença de morte, angina, infarto agudo do miocárdio, angioplastia coronariana e revascularização do miocárdio. RESULTADOS: A média do DE dos pacientes que apresentaram eventos (18 foi de -0,27 (95% IC= -3,97 a +3,91 e daqueles livres de eventos (144 foi de +4,92 (95% IC= +4,03 a +5,81, com pOBJECTIVE: The purpose was to determine the sensitivity, the specificity and a year-long risk of subsequent cardiovascular events in patients with low, intermediate and high risk prognostic Duke treadmill score (DTS in comparison with the presence (or not of the myocardial perfusion defects on radionuclide images. METHODS: A prospective study, with 173 consecutive patients with 02 or more risk factors to coronary artery disease (CAD, who underwent to exercise single photon - emission computed tomographic myocardial perfusion images using technetium-99m tetrophosmin (SPECT and treadmill test (with DTS, from one neighbourhood of Curitiba city, between January 2003 and February 2004, were followed up for cardiac-cause mortality and major cardiac events. Follow-up was performed in 13± 1 months and in 162 patients was complete. RESULTS: The DTS mean those patients with cardiac event (18 over a year was -0.27 (95% CI= -3.97 to +3.91 and those free

  16. Conceito de risco para câncer de mama em pesquisas de enfermagem Concepto de riesgo para cáncer de mama en investigaciones de enfermería Concept of risk for breast cancer in nursing research

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Paula Sousa da Silva

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o conceito de risco em pesquisas sobre câncer de mama na área da Enfermagem. MÉTODOS: O estudo seguiu a metodologia de análise conceitual proposta por Walker e Avant. e foi desenvolvido por meio de consulta às bases de dados SCOPUS e CINAHL. A seleção foi realizada pelos critérios de inclusão e exclusão, constituindo uma amostra de 12 artigos. RESULTADOS: Foram identificados os principais usos do conceito de risco, atributos definidores, antecedentes e consequentes do conceito. CONCLUSÃO: A avaliação do conceito de risco para câncer de mama possibilitou uma compreensão mais ampla do fenômeno, com destaque para a detecção precoce da doença e a vulnerabilidade de pacientes com risco de desenvolver a neoplasia.OBJETIVO: Analizar el concepto de riesgo en investigaciones sobre cáncer de mama en el área de la Enfermería. MÉTODOS: El estudio siguió la metodología de análisis conceptual propuesta por Walker y Avant, desarrollado por medio de consulta a las bases de datos SCOPUS y CINAHL. La selección fue realizada por los criterios de inclusión y exclusión, constituindo una muestra de 12 artículos. RESULTADOS: Fueron identificados los principales usos del concepto de riesgo, atributos definidores, antecedentes y consecuentes del concepto. CONCLUSIÓN: La evaluación del concepto de riesgo para cáncer de mama posibilitó una comprensión más amplia del fenómeno, especialmente para la detección precoz de la enfermedad y la vulnerabilidad de pacientes con riesgo de desarrollar la neoplasia.OBJECTIVE: To analyze the concept of risk for breast cancer in research in the nursing discipline. METHODS: The study followed the methodology of conceptual analysis proposed by Walker and Avant, and was conducted using the databases SCOPUS and CINAHL. The selection was made using exclusionary and inclusionary criteria, resulting in a sample of 12 articles. RESULTS: We identified the principle uses of the concept of

  17. Avaliação do risco à cárie em escolares na faixa etária de 5-7 anos e da efetividade do uso de selantes na prevenção de lesões cariosas em molares permanentes recém-irrompidos

    OpenAIRE

    Cabral, Renata Nunes

    2014-01-01

    Selantes de fóssulas e fissuras são considerados como boa estratégia para a prevenção da cárie dentária. Crianças com risco moderado e alto à cárie dentária são aquelas para qual esse procedimento é recomendado. Desta forma, recomendase previamente à indicação da aplicação de selantes de fóssulas e fissuras, que seja realizada uma avaliação de risco. Este estudo foi dividido em duas partes sendo que a primeira objetivou testar a aplicabilidade de um novo formulário baseado no C...

  18. Fisioterapia na avaliação e prevenção de riscos ergonômicos em trabalhadores de um setor financeiro Physical therapy for assessing and preventing ergonomic risks in a financial unit workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Maria de Vargas Ferreira

    2009-09-01

    Full Text Available É freqüente a sobrecarga musculoesquelética em trabalhadores, resultando no aumento da prevalência de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT. Visando a saúde do trabalhador, e para reduzir o índice de afastamento, deve-se enfatizar a prevenção desses distúrbios. Os objetivos deste estudo foram analisar a ergonomia de um setor financeiro e as posturas dos funcionários durante as tarefas e propor soluções para minimizar os riscos ergonômicos. A análise foi feita mediante três instrumentos de observação simples - avaliação rápida de membros superiores RULA (sigla em inglês de rapid upper limb assessment, checklist de Couto e análise ergonômica focada na atividade - e aplicação do questionário SF-36 aos funcionários. Verificou-se a presença de fator biomecânico de moderada importância, com risco de DORT improvável, porém possível; em outro instrumento, os resultados indicam que o ambiente de trabalho está próximo do ideal. Em análise mais detalhada, as posturas de trabalho foram classificadas como as piores possíveis, requerendo mudanças imediatas. No SF-36 os escores foram elevados, sugerindo qualidade de vida adequada. Assim, embora o ambiente de trabalho se apresente adequado, o uso incorreto dos equipamentos, a má distribuição e forma incorreta de realização das tarefas ocasiona riscos ergonômicos. Visando minimizar estes, são propostas estratégias de intervenção preventiva, sugerindo-se ações específicas nos domínios que apontaram maiores riscos ergonômicos.Physical overload, common among workers, results in increased prevalence of work-related musculoskeletal disorders (WRMD. In view of workers' health, and in order to reduce the rate of time off-work, assessment and prevention of these disorders should be emphasized. The purposes here were to analyse the ergonomics of a financial unit and its employee's postures during work, and to propose solutions that minimize

  19. Elaboração e análise da confiabilidade de uma escala para avaliação dos movimentos generalizados em lactentes com riscos para o desenvolvimento neuromotor

    OpenAIRE

    Carolina Yuri Panvequio Aizawa

    2016-01-01

    Introdução: O aperfeiçoamento da assistência pré-natal e dos cuidados intensivos neonatais contribuiu para a redução da mortalidade dos recémnascidos (RN) com riscos para alterações do desenvolvimento neuromotor. Apesar destes avanços, a difícil previsão e prevenção de danos neurológicos está associada ao aumento de crianças com problemas graves como a Paralisia Cerebral (PC). Das avaliações disponíveis atualmente, a que possui melhor valor preditivo de danos neurológicos em bebês até os cinc...

  20. Orientação de vida e comportamentos de risco para a saúde em universitários: uma análise sob o olhar da psicologia positiva

    OpenAIRE

    Rigoni,Patrícia Aparecida Gaion; Costa,Luciane Cristina Arantes da; Belem,Isabella Caroline; Passos,Patricia Carolina Borsato; Vieira,Lenamar Fiorese

    2012-01-01

    O objetivo do estudo foi analisar a orientação de vida de universitários em função de comportamentos de risco para a saúde. Participaram 403 acadêmicos do curso de Educação Física, de uma universidade do Noroeste do Paraná. Como instrumentos foram utilizados Teste de Orientação de Vida, National College Health Risk Behavior Survey e ficha com dados sociodemográficos. Para análise dos dados aplicou-se o teste de Kolmogorov-Smirnov, teste de Kruskal-Wallis e teste U de Mann-Whitney (p...

  1. Prevalência e fatores de risco para a leptospirose em bovinos de Mato Grosso do Sul Prevalence and risk factors for bovine leptospirosis in Mato Grosso do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline de O. Figueiredo

    2009-05-01

    Full Text Available Foi investigada a prevalência de anticorpos antileptospira em fêmeas bovinas com idade igual ou superior a 24 meses, provenientes de 178 rebanhos de 22 municípios do estado de Mato Grosso do Sul, bem como identificados fatores de risco associados à infecção. Foram analisadas 2.573 amostras de soro sangüíneo por meio do teste de soroaglutinação microscópica perante 10 sorovares de leptospira. Títulos iguais ou superiores a 100 para um ou mais sorovares foram detectados em 1.801 fêmeas (98,8% de 161 (96,5% rebanhos. O sorovar Hardjo (65,6% foi apontado como o mais provável, seguido do sorovar Wolffi (12,3%. Os resultados demonstram que a leptospirose bovina se encontra presente em todos os municípios estudados, com alta prevalência, tanto em animais como em rebanhos. Os fatores de risco identificados neste estudo e associados à infecção por bactérias do gênero lepstopira foram o tipo de exploração pecuária de corte e a raça Zebu.The prevalence of anti-Leptospira spp. antibodies was estimated for female cattle aged 24 months or older. The sample comprised 178 herds from 22 counties in the state of Mato Grosso do Sul, Brazil. The risk factors associated with the presence of infeccion were investigated. A total of 2,573 blood serum samples were tested against 10 leptospira serovars using the microagglutination test (MAT. Titers of 100 or higher for one or more serovars were detected in 1,801 females (98.8% from 161 herds (96.5%. Serovar Hardjo (65.6% was the most frequent, followed by serovar Wolffi (12.3%. These results suggest that bovine leptospirosis is widespread in all the counties under study, with a high prevalence both at the animal and the herd level. Beef farms and the Zebu breed were associated to the higher risk of herd infection by leptospiras.

  2. Mate (chimarrão é consumido em alta temperatura por população sob risco para o carcinoma epidermóide de esôfago

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BARROS Sérgio Gabriel Silva de

    2000-01-01

    Full Text Available Introdução -- O mate, ou chimarrão, uma infusão popular de uma erva (Ilex paraguayensis bebida em grandes volumes, é um conhecido fator de risco para carcinoma epidermóide de esôfago e há suspeitas de que a água quente utilizada para o consumo possa ser fator importante na carcinogênese. Métodos - Pesquisou-se a temperatura em que a infusão é ingerida por uma amostragem da população sob risco para carcinoma epidermóide de esôfago. Realizaram-se entrevistas com indivíduos consumidores de mate na área urbana de Taquara, RS, com relação aos hábitos de ingestão de mate, e a temperatura do mate foi medida através de termômetros de precisão. A percepção da temperatura, estimada pelos usuários, foi também registrada. Resultados - Em 36 residências, 107 pessoas estavam ingerindo mate. A maioria bebia a infusão diariamente (97,2% e o consumo médio diário foi de 1.265 mL por usuário (desvio padrão de 1.132 mL, variando de 250 a 6.000 mL. A temperatura medida era igual ou superior a 60 º C em 72% das residências, com média de 63,4 º C (51-78 º C e mediana de 64,4 º C. Conclusão - Neste estudo foi possível evidenciar que o mate é consumido em grandes volumes e alta temperatura e que os usuários não foram capazes de estimar corretamente a temperatura do mate consumido. A temperatura elevada do mate consumido nessa população pode estar contribuindo à carcinogênese esofágica.

  3. A scale to evaluate customer attitudes towards food risks in restaurants / Uma escala para avaliar as atitudes do cliente com relação aos riscos de alimentos em restaurantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Milhassi Vedovato

    2014-11-01

    = 61 para avaliar a validade e confiabilidade, e apresentou consistência interna satisfatória (α = 0,78, 17 itens. O estudo contribuiu com uma visão teórica e metodológica no desenvolvimento da escala, e identificou as representações sociais dos clientes nos restaurantes tipo buffet relacionados à higiene, gestão de riscos, perigos alimentares, responsabilidade e confiança nos sistemas alimentares. A metodologia proposta foi adequada para incentivar pesquisa de marketing e eficiência na gestão e comunicação de risco sobre questões em serviços de alimentação.

  4. Análise dos fatores de risco para gagueira em crianças disfluentes sem recorrência familial Analysis of the risk factors for stuttering in disfluent children without familial recurrence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Moço Canhetti de Oliveira

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar os fatores gênero, idade, tipo de surgimento da gagueira, tempo de duração e tipologia das disfluências, fatores estressantes físicos e emocionais, e fatores comunicativos e qualitativos associados em crianças disfluentes sem recorrência familial do distúrbio. MÉTODO: participaram 43 crianças com alto risco para a gagueira de ambos os gêneros. A coleta de dados foi realizada por meio do Protocolo de Risco para a Gagueira do Desenvolvimento - PRGD. RESULTADOS: a razão masculino/feminino foi de 3,3:1. A única diferença estatisticamente significante dos fatores de risco analisados nos gêneros masculino e feminino foi a maior ocorrência de fatores comunicativos associados no gênero masculino (p=0,003. Houve uma semelhança dos achados entre os meninos e as meninas: quanto ao tempo de duração das disfluências a maioria apresentou mais de 12 meses de duração, a tipologia gaga foi a mais freqüente, a presença de fatores estressantes emocionais ocorreu na maior parte das crianças, e finalmente os fatores qualitativos associados, como taxa de elocução aumentada, tensão visível e incoordenação pneumo-fono-articulatória estiveram presentes em grande parte da amostra. CONCLUSÃO: os resultados desta investigação permitiram concluir que nos casos de crianças com alto risco para a gagueira isolada ocorreu a interação de inúmeros fatores, sugerindo que o distúrbio é multifatorial. Também foi possível concluir que a interação de alguns fatores como gênero masculino, tipologia gaga manifestada por mais de 12 meses, com início persistente, na presença de fatores qualitativos e comunicativos associados pode representar risco maior para o desenvolvimento da gagueira persistente.PURPOSE: to analyze the following factors: gender, age, type of the onset of disfluencies, duration and typology of disfluencies; physical and emotional stresses and communicative and qualitative factors associated in children

  5. Rastreamento do risco de desenvolvimento de diabetes mellitus em pais de estudantes de uma escola privada na cidade de Jundiaí, São Paulo Diabetes mellitus risk screening of parents of private school students in the city of Jundiaí, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Ritter Mazzini

    2013-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este trabalho objetivou rastrear em indivíduos adultos o risco de vir a desenvolver diabetes mellitus (DM tipo 2. MÉTODOS: Diversos fatores de risco para DM (sedentarismo, doença coronariana prévia, uso de medicação hiperglicemiante, índice de massa corporal (IMC, pressão arterial, níveis séricos de triglicerídeos e colesterol HDL-col foram avaliados em 314 adultos, em funçãodosexoe faixa etária. RESULTADOS: 73,2% da população somou dois ou mais fatores de risco simultaneamente, e 26,8% apresentaram menos de dois fatores. Observou-se a ocorrência de fatores de risco para o desenvolvimento da DM mesmo entre adultos jovens, e a ocorrência dos mesmos tende a estra associada com o avanço da idade. Foram observadas diferenças nos fatores e incidência de risco entre homens e mulheres na mesma faixa etária. CONCLUSÃO: Independentemente da idade estudada, os fatores de risco associados a DM de maior prevalência foram: IMC, sedentarismo e diminuição do HDL-colesterol, os quais podem ser modificáveis, reforçando a importância de medidas preventivas. Divergências encontradas entre os fatores de risco prevalentes em homens e mulheres sugerem também que diferenças socioculturais influenciam o risco de desenvolvimento da DM.OBJECTIVE: To screen the risk of developing diabetes mellitus type 2 (DM2 in adult individuals. METHODS: Several risk factors for DM2 (sedentary lifestyle, previous coronary artery disease, hyperglycemia-inducing medications, body mass index [BMI], blood pressure, serum triglyceride, and HDL-cholesterol levels were assessed in 314 adults as a function of gender and age group. RESULTS: 73.2% of the population had two or more concurrent risk factors and 26.8% had less than two factors. The occurrence of risk factors for DM2 development was observed even in young adults, and the risk factors are likely associated with aging. Differences in risk factors and incidence were observed between men and women

  6. Core group approach to identify college students at risk for sexually transmitted infections "Core group" para identificar universitários em risco para infecções sexualmente transmissíveis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel A Sánchez-Alemán

    2008-06-01

    -aplicado. La infección por el Virus del herpes simple tipo 2 (VHS-2 se determinó en pruebas de sangre. El número de parejas sexuales durante el último año y el consumo de cocaína, fueron indicadores utilizados para construir la variable dependiente "nivel de riesgo para adquirir ITS" que tuvo tres categorías: bajo, medio y alto riesgo (grupo core. Mediante un análisis multinomial se evaluó si las características sociodemográficas y de comportamiento sexual estuvieron relacionadas con la variable dependiente. RESULTADOS: Se encontró una relación significativa entre la seroprevalencia de VHS-2 y la variable dependiente encontrando frecuencias de 13%, 5.6% y 3.8% en las categorías de alto, medio y bajo riesgo, respectivamente. Los resultados mostraron diferencias de género en la constitución del grupo core. En comparación con las mujeres, los hombres iniciaron su vida sexual a más temprana edad, reportaron mayor número de parejas sexuales, mayores niveles de consumo de alcohol y drogas, mayor frecuencia de contacto sexual con trabajadoras sexuales, intercambio de sexo por dinero, relaciones con parejas ocasionales y concurrentes. CONCLUSIONES: Los resultados sugieren que existen características contextuales que influyen en el comportamiento sexual. En México la concepción cultural de la sexualidad está conformada por diferencias marcadas entre hombres y mujeres, donde los primeros tienen un comportamiento sexual de riesgo mayor que las mujeres.OBJETIVO: Analisar o core group em estudantes universitários em risco de adquirir infecções sexualmente transmissíveis (IST. MÉTODOS: Estudo transversal com amostra de conveniência composta por 711 estudantes de universidade pública de Morelos, no México, 2001-2003. Informações sociodemográficas e de comportamento sexual foram coletadas por meio de questionário auto-aplicável. Presença de infecção por Herpes simplex 2 foi diagnosticada por exame de sangue. O número de parceiros sexuais durante o

  7. Estudo sobre riscos ocupacionais, biológicos e químicos, em laboratórios de uma universidade pública brasileira, 2012-2013

    OpenAIRE

    Monica Maria Campolina Teixeira Stehling

    2013-01-01

    Estudo observacional, transversal, analítico e qualiquantitativo. A comunidade pesquisada foi composta por pesquisadores, professores, graduandos, pós-graduandos, estagiários e funcionários. Na primeira etapa da tese objetivou-se verificar fatores associados à ocorrência de acidentes, através de levantamento de dados sobre riscos ocupacionais,biológicos e químicos, com questionamentos sobre Equipamentos de Proteção Individual, Manuais de Biossegurança, Protocolos de Atendimento ao Acidentado ...

  8. Razões para o não-uso de drogas ilícitas entre jovens em situação de risco

    OpenAIRE

    Sanchez,Zila van der Meer; Oliveira,Lúcio Garcia de; Nappo,Solange Aparecida

    2005-01-01

    OBJETIVO: Embora existam muitos estudos a respeito dos fatores de risco ao uso de drogas, pouco se sabe sobre as razões que mantêm jovens afastados do seu consumo. O objetivo do estudo foi identificar, entre adolescentes de baixo poder aquisitivo, quais os motivos que os impediriam a experimentação e o conseqüente uso de drogas psicotrópicas, mesmo quando submetidos a constante oferta. MÉTODOS: Adotou-se metodologia qualitativa, com amostra intencional selecionada por critérios. Foram entrevi...

  9. Soroprevalência e fatores de risco para sífilis em população carcerária de Goiás

    OpenAIRE

    Andrade,Ana Lúcia Sampaio Sgambatti de; Martelli,Celina Maria Turchi; Sousa,Luiz Carlos Silva; Sousa,Marta Antunes de; Zicker,Fabio

    1989-01-01

    Com o objetivo de dimensionar a prevalência da infecção pelo Treponema pallidum e determinar fatores de risco relacionados a soropositividade foram rastreados 299 presidiários no Centro Penitenciário de Atividades Industriais de Goiás (CEPAI-GO), 20 Km de Goiânia. O rastreamento sorológico foi realizado utilizando-se como critério de positividade, qualquer resultado sororeagente ao VDRL independentemente do título. Através de um questionário padronizado foram avaliados os seguintes fatores de...

  10. Número de anos em tratamento dialítico crônico e risco de morte em pacientes com e sem diabetes melito Number of years on chronic dialysis and the mortality risk in patients with and without diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Alberto Lopes

    2003-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar se, no Brasil, o número de anos em tratamento dialítico dos pacientes portadores de estágio final de doença renal (EFDR, com e sem diabetes melito, está relacionado com o risco de morte. MÉTODOS: Análise de dados do Ministério da Saúde do Brasil de 25.952 pacientes com idade superior a 18 anos, portadores de EFDR, que estavam em tratamento dialítico em abril de 1997. Foram registrados os casos de óbito que ocorreram entre abril de 1997 e julho de 2000. Modelos de Cox foram utilizados para estimar o risco relativo (RR da associação entre número de anos em tratamento dialítico e risco de morte. RESULTADOS: O risco de morte foi significantemente menor nos pacientes que estavam em diálise entre 3 e OBJECTIVE: To assess whether, in Brazil, the number of years on dialysis treatment in end-stage renal disease (ESRD patients, with and without diabetes mellitus, relates to mortality risk. METHODS: Analysis of data from the Ministry of Health of Brazil of 25.952 patients older than 18 years who were on dialytic treatment in April 1997. Death cases that occurred from April 1997 to July 2000 were recorded. Cox models were used to estimate the relative risk (RR of the association between years on dialysis and mortality risk. RESULTS: The mortality risk was significantly lower in patients on dialysis between 3 and <10 years as compared with 1 to <2 years (RR between 0.78 and 0.88. With adjustments for age and diabetes the effect of years on dialysis was reduced. In diabetics (n=2.952 the adjusted mortality risk showed a trend to decrease with more years on dialysis. CONCLUSIONS: In Brazil, the mortality risk for ESRD patients decreases with the increasing number of years on dialysis up to approximately 10 years. This finding can be partially explained by the lower mean age and prevalence of diabetes mellitus in patients with more years on dialysis treatment. The effect of years on dialysis on the mortality risk seems to be

  11. Biomarcadores salivares para as doenças cardiovasculares em pacientes portadores de periodontite crónica

    OpenAIRE

    Cunha, Rafael José Silva

    2016-01-01

    Introdução: As doenças cardiovasculares são a principal causa de morbilidade e mortalidade em todo o mundo, sendo a aterosclerose a doença cardiovascular mais frequente. Estudos recentes têm evidenciado uma relação entre a periodontite crónica e as doenças cardiovasculares. A plausibilidade biológica para esta associação, baseia-se no facto de os pacientes com periodontite apresentarem níveis aumentados de marcadores inflamatórios, os quais estão associados com a disfunção d...

  12. Adolescência em diferentes contextos de desenvolvimento: risco e proteção em uma perspectiva longitudinal = Adolescence in different contexts of development: risk and protection in a longitudinal perspective = Adolescencia en diferentes contextos de desarrollo: riesgo y protección en una perspectiva longitudinal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zappe, Jana Gonçalves

    2016-01-01

    Full Text Available Este estudo investigou longitudinalmente comportamentos de risco e fatores associados em adolescentes que vivem em diferentes contextos. Participaram do estudo 503 adolescentes entre 11 e 19 anos (M=14,91; DP=1,52, de ambos os sexos, que viviam com a família, em acolhimento institucional ou em internação socioeducativa. Foi utilizado o Questionário da Juventude Brasileira, administrado em dois momentos com um intervalo de 10 a 12 meses. Os adolescentes que viviam com suas famílias apresentaram os indicadores mais favoráveis nos dois momentos, os que cumpriam medida socioeducativa apresentaram os indicadores menos favoráveis e os que estavam em acolhimento institucional apresentaram uma evolução positiva ao longo do tempo. Em conclusão, enfatiza-se a importância da convivência familiar para o desenvolvimento positivo na adolescência, e a necessidade de oferecer uma intervenção qualificada em situações de institucionalização, visando à superação das vulnerabilidades presentes nestes contextos

  13. Risk factors for maternal death in patients with severe preeclampsia and eclampsia Fatores de risco para morte materna em pacientes com pré-eclâmpsia grave/ eclâmpsia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melania Maria Ramos de Amorim

    2001-12-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to determine the principal death causes in patients with severe preeclampsia/eclampsia and identify related risk factors. METHODS: a case-control study was performed comprising all cases of maternal death (n = 20 in patients with severe preeclampsia or eclampsia (n = 2.541. 80 controls (survivors were randomly selected. The odds ratio and an estimate of maternal death relative risk were determined, and a multiple logistic regression analysis performed to determine the adjusted odds ratio. RESULTS: the basic causes for death were: acute pulmonary edema, disseminated intravascular coagulopathy, hemorrhagic shock, pulmonary embolism, acute renal failure, sepsis and three cases of undetermined causes of death. The principal risk factors were: age > 25 years old, multiparity, gestational age 110mmHg, convulsions, chronic systemic arterial hypertension, HELLP syndrome, pulmonary edema, normally inserted abruptio placenta, disseminated intravascular coagulation, acute renal failure. Variables persistently related to maternal death were: HELLP syndrome, eclampsia, acute pulmonary edema, eclampsia, chronic hypertension and lack of prenatal care. CONCLUSIONS: the principal risk factors for death in women with preeclampsia/eclampsia are the lack of prenatal care, associated to chronic hypertension, HELLP syndrome, eclampsia and acute pulmonary edema.OBJETIVOS: determinar as principais causas de óbito em pacientes com pré-eclâmpsia grave/eclâmpsia e identificar os fatores de risco associados. MÉTODOS: realizou-se um estudo de caso-controle, com todos os casos de morte materna (n = 20 em pacientes com pré-eclâmpsia grave ou eclâmpsia (n = 2.541. Selecionaram-se aleatoriamente 80 controles (sobreviventes. Determinou-se o odds ratio como estimativa do risco relativo de morte materna, realizando-se análise de regressão logística múltipla para determinação do odds ratio ajustado. RESULTADOS: as causas básicas de óbito foram: edema

  14. Percepção de exposição a cargas de trabalho e riscos de acidentes em Pelotas, RS (Brasil Workers' perception of exposure to occupational hazards and the risk of accidents in a Southern Brazilian city

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela C. Lima

    1999-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a associação entre a percepção de exposição às cargas de trabalho e o risco de acidentes. MÉTODOS: O delineamento do estudo foi o tipo de casos e controles. Os casos (n=264 incluíram os acidentes de trabalho típicos notificados no Instituto Nacional de Seguridade Social, de Pelotas, RS (Brasil, de janeiro a julho de 1996. Foram excluídos os óbitos (dois, os acidentes ocorridos na zona rural, e os que afastaram o trabalhador de suas atividades por menos de sete dias. Para cada caso foram selecionados três tipos de controles: um trabalhador da mesma empresa, um vizinho e um controle populacional. Os controles foram emparelhados com os casos por idade e sexo e precisavam ter vínculo empregatício formal e não ter sofrido acidente no último mês. Os dados foram analisados usando regressão logística condicional. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os trabalhadores que relatavam enfrentar situações de emergência, o trabalho em altura, perigo constante, ou ambientes ruidosos tinham cerca de duas vezes mais risco de acidentar-se. O trabalho em posições incômodas ou com esforço físico intenso aumentaram em 50% o risco de acidentes. As demais cargas de trabalho estudadas não se constituíram como fatores de risco para os acidentes. Os resultados foram ajustados para fatores de confusão.OBJETIVE: The study of the association between workers' perceptions of occupational hazards and the risk of occupational accidents. DESIGN: Case control study. POPULATION: The cases were 264 workers who presented a "typical" occupational accident, registered at the National Institute of Social Security in the city of Pelotas, between January and July, 1996. Fatal accidents (two were excluded, as were those leading to an absence of less than seven days from work. The cases were interviewed in their homes with a standard questionnaire. For each case, three controls were chosen: a fellow-work, a neighbor and a population control. Controls

  15. Prevalência de asma e fatores de risco em escolares da cidade de São Paulo Asthma prevalence and risk factors in schoolchildren of the city of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane R D Casagrande

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a prevalência de asma e possíveis fatores de risco associados. MÉTODOS: Estudo transversal, integrante do International Study of Asthma and Allergies in Childhood. Participaram 561 escolares de seis a sete anos de idade, provenientes de 35 escolas públicas da cidade de São Paulo, escolhidas por sorteio, em 2002. A amostra incluiu 168 asmáticos e 393 não asmáticos, que responderam questionário constituído por 33 questões referentes a dados pessoais, familiares e ambientais. A associação entre asma e fatores de risco foi avaliada pela análise de regressão logística, considerando-se nível de significância estatística de 5%. RESULTADOS: Entre os escolares, 31,2% referiam sibilos nos 12 meses anteriores à entrevista. Os fatores de risco significativamente associados à asma foram: sexo masculino (OR=2,4;IC 95%: 1,4;4,2, mãe fumante no primeiro ano de vida (OR=2,0; IC 95%: 1,1;3,8, presença de eczema em locais característicos (OR=3,0; IC 95%:1,2; 7,6 e rinoconjuntivite (OR=2,4;IC 95%: 1,2; 4,8. CONCLUSÕES: A prevalência de asma na região estudada foi elevada e os fatores de risco relacionados foram: sexo masculino, sintomas de rinoconjuntivite no último ano, mãe fumante no primeiro ano de vida e presença de eczema em locais característicos.OBJECTIVE: To assess asthma prevalence and potential risk factors associated. METHODS: Cross-sectional study part of the International Study of Asthma and Allergies in Childhood. A total of 561 schoolchildren aged 6-7 years from 35 public schools in the city of São Paulo (Southeastern Brazil were drawn to participate in the study, in 2002. The sample consisted of 168 asthmatic and 393 non-asthmatic children who answered a questionnaire comprising 33 questions on personal, family and environmental information. The association between asthma and the risk factors studied was assessed by logistic regression analysis at a 5% statistical significance. RESULTS: Among the

  16. Técnicas de Big Data e Projeção de Risco de Mercado utilizando Dados em Alta Frequência

    OpenAIRE

    Araújo, Alcides Carlos; Montini, Alessandra de Ávila

    2016-01-01

    De acordo com White (2012), o mundo passa por um período denominado de “Era dos Dados”, em que o “universo digital” poderá ter um tamanho de 44 zetabytes em 2020. Um dos fatores para o crescimento do número de dados são as operações em alta frequência em bolsas de valores, estas cresceram significativamente nos últimos anos. Neste contexto, torna-se difícil mensurar a volatilidade durante o dia devido à quantidade de negociações em tempo real. Neste caso, deve-se calcular adequadamente as med...

  17. Risk factors for presbycusis in a socio-economic middle-class sample Estudo de fatores de risco para presbiacusia em indivíduos de classe sócio-econômica média

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Simônica de Sousa

    2009-08-01

    Full Text Available Presbycusis, or the aging ear, involves mainly the inner ear and the cochlear nerve, causing sensorineural hearing loss. Risk factors include systemic diseases and poor habits that cause inner ear damage and lead to presbycusis. Correct identification of these risk factors is relevant for prevention. AIM: To evaluate the prevalence and to identify the risk factors of presbycusis in a sample aged over 40 years. Study design: a retrospective case series. SUBJECTS AND METHODS: medical records of 625 patients were evaluated. Presbycusis was identified using pure tone audiometry, speech audiometry and impedance testing of all patients. RESULTS: The prevalence of presbycusis was 36.1%; the mean age was 50.5 years ranging from 40 to 86 years; 85.5% were male and 14.5% werf female. Age, the male gender, diabetes mellitus, and hereditary hearing loss were identified as risk factors. Cardiovascular diseases, smoking and consumption of alcohol were not confirmed as risk factors, although these have often been mentioned as risk factors for presbycusis. CONCLUSION: Notwithstanding the idea that presbycusis has multiple risk factors, this study identified few risk factors for this disease.A presbiacusia é consequência de lesões histopatológicas da orelha interna e nervo coclear e leva à deficiência auditiva sensório-neural. Fatores de risco como doenças sistêmicas e hábitos inadequados são agravantes para presbiacusia. A identificação destes fatores é relevante para sua prevenção. OBJETIVO: Avaliar a prevalência da presbiacusia e correlacionar eventuais fatores de risco numa amostra populacional. CASUÍSTICA E MÉTODO: Estudo retrospectivo de série de casos com amostragem aleatória de 625 prontuários de indiv��duos sem e com presbiacusia determinada por avaliação audiológica convencional. Foi feita a análise da associação da presbiacusia com fatores de risco pré-estabelecidos. RESULTADOS: A prevalência da presbiacusia foi de 36

  18. Hepatitis C and associated risks in prisons: an integrative review Hepatite C e riscos associados em presídios: uma revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Maria Evangelista de Araújo

    2017-10-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo conhecer a produção científica atual sobre a prevalência de hepatite C e riscos associados nos presídios e publicados na literatura científica. Trata-se de uma revisão integrativa realizada nas bases de dados Web of Science, CINAHL e Lilacs, incluindo artigos nacionais e internacionais publicados entre 2009 a 2014. A partir dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 16 artigos. Predominaram os artigos descritivos (37,5%, transversais (50%. Todos apresentaram nível IV de evidência científica. A prevalência de Hepatite C foi variada e os principais fatores de risco associados à positividade para hepatite C foram o uso de drogas injetáveis, presença de tatuagem, idade. Por ser uma doença de longo curso assintomático, a hepatite C revela-se como um problema relevante no sistema prisional, exigindo mais atenção no sentido de produzir conhecimentos que orientem a adoção de medidas efetivas de controle e prevenção.

  19. Fatores de risco para o desenvolvimento de sepse neonatal precoce em hospital da rede pública do Brasil Risk factors for early-onset neonatal sepsis in Brazilian public hospital short-title: early-onset neonatal sepsis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Goulart

    2006-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O conhecimento dos fatores de risco associados à sepse neonatal precoce em unidade de neonatologia, inserida na realidade de nosso sistema de saúde, no sentido de se detectar, prevenir e adotar medidas específicas e reduzir as taxas de mortalidade nessa faixa etária. O objetivo deste estudo foi determinar os fatores de risco associados a sepse neonatal precoce em hospital de referência em neonatologia ligado à rede pública de saúde. MÉTODO: Foi realizado um estudo observacional, prospectivo, tipo caso-controle. Foram incluídos os recém-nascidos com diagnóstico de sepse precoce e como controle, recém-nascidos sem infecção neonatal nascido na mesma data do recém-nascido considerado como caso. Foram incluídos 50 casos e três controles para cada caso, resultando em amostra total de 200 pacientes. Foi considerada estatisticamente significativa a associação quando p BACKGROUND AND OBJECTIVES: The determination of the risk factors to early-onset neonatal sepsis in our country is essential to prevent and reduce the mortality associated with this syndrome. Thus, the objective of this study was to determine the frequency and associated risk factors to early-onset neonatal sepsis in public hospital in Southern Brazil. METHODS: Observational, case-control study. Were included neonates with diagnostic of early-onset neonatal sepsis and as controls, neonates without neonatal infection. Were included 50 cases and 3 controls for each case resulting in a total sample of 200 patients. Associations were considered significant when p < 0.05. RESULTS: The sepsis frequency was 50.3 per 1000 born-alive. Risk factors associated to the development of neonatal sepsis were prematurity (OR 9.33; p < 0.001, low birth weight (OR 11.74; p < 0.001, maternal infection (OR 2.28; p = 0.009, mother with history of previous infant with neonatal sepsis (OR 6.43; p = 0.035 and rupture of the membranes more than 18 hours before delivery

  20. Adolescentes e jovens em situação de risco psicossocial: redes de apoio social e fatores pessoais de proteção Adolescence and youth at risk situation: social network and personal protective factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deise Matos do Amparo

    2008-08-01

    Full Text Available Este estudo visou investigar fatores sociais e pessoais que possam servir como proteção a adolescentes e jovens em situação de risco social e pessoal. Os participantes foram 852 adolescentes e jovens, cursando o ensino médio em escolas públicas do Distrito Federal, com idade entre 13 e 27 anos, que responderam a um questionário com 109 questões sobre risco e proteção em seu desenvolvimento. Os resultados enfocam as redes de proteção (família, escola, amigos e os fatores pessoais (auto-estima, religiosidade-espiritualidade. Os adolescentes e jovens apresentam processos de resiliência global (social, emocional e acadêmica, evidenciando a confiança em si mesmos e na rede composta por escola, família e amigos. A análise dos dados enfatiza a compreensão contextual da adolescência e juventude no Brasil e a necessidade de implementação de políticas públicas para essas populações que permitam o exercício e a significação de suas experiências positivas e protetivas.This study aimed to investigate social and personal factors that can serve as protection to adolescents and youths in situation of social and personal risk. The participants were 852 adolescents and youths of public schools of the Federal District, aged 13 to 27 years, who answered a questionnaire with 109 items about risk and protection in their development. The results focused on the protection networks (family, school, friends and the personal factors (self-esteem, religiosity-spirituality. The adolescents and youths presented processes of global resilience (social, emotional and academic, evidencing the trust in themselves and in the composed network by school, family and friends. The data analyses show the importance of understanding adolescence and youth as a contextual process in Brazil and the necessity of youth's public polices to exercise and to internalize positive and protective experiences.

  1. Relação entre a periodontite e as doenças cardiovasculares

    OpenAIRE

    Rodrigues, Filipe André Todo Bom

    2013-01-01

    Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária A periodontite e as doenças cardiovasculares são patologias bastante comuns na população em geral. Dados epidemiológicos recentes demonstram que existe evidência consistente que a periodontite aumenta o risco de doença cardiovascular futura, independentemente de outros fatores de confusão. Nesse sentido, o objetivo deste trabal...

  2. Atividade do mototaxista: riscos e fragilidades autorreferidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariéli Brum da Silva

    2011-12-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa que teve como objetivo identificar riscos ocupacionais e fragilidades autorreferidas por mototaxistas. Os dados foram coletados, no primeiro semestre de 2010, mediante entrevistas junto a doze mototaxistas, convidados a participar, e que trabalham em dois pontos centrais de um município do interior do estado do Rio Grande do Sul. Os dados foram tratados por meio da análise temática, a partir da qual foram reveladas cinco categorias. De acordo com a percepção dos sujeitos, os acidentes e os assaltos representam os maiores riscos da profissão. Pode-se inferir que ações de educação em saúde e de prevenção de agravos podem ser estratégias governamentais e não governamentais que agregam valor à saúde e segurança destes trabalhadores.

  3. Modelling the risk of nitrate leaching from two soils amended with five different biosolids Modelagem do risco de lixiviação de nitrato em dois solos tratados com cinco diferentes biossólidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Studart Corrêa

    2005-07-01

    Full Text Available High N concentrations in biosolids are one of the strongest reasons for their agricultural use. However, it is essential to understand the fate of N in soils treated with biosolids for both plant nutrition and managing the environmental risk of NO3--N leaching. This work aimed at evaluating the risk of NO3--N leaching from a Spodosol and an Oxisol, each one treated with 0.5-8.0 dry Mg ha-1 of fresh tertiary sewage sludge, composted biosolids, limed biosolids, heat-dried biosolids and solar-irradiated biosolids. Results indicated that under similar application rates NO3--N accumulated up to three times more in the 20 cm topsoil of the Oxisol than the Spodosol. However, a higher water content held at field capacity in the Oxisol compensated for the greater nitrate concentrations. A 20 % NO3--N loss from the root zone in the amended Oxisol could be expected. Depending on the biosolids type, 42 to 76 % of the NO3--N accumulated in the Spodosol could be expected to leach down from the amended 20 cm topsoil. NO3--N expected to leach from the Spodosol ranged from 0.8 (composted sludge to 3.5 times (limed sludge the amounts leaching from the Oxisol treated alike. Nevertheless, the risk of NO3--N groundwater contamination as a result of a single biosolids land application at 0.5-8.0 dry Mg ha-1 could be considered low.Concentrações altas de nitrogênio (N em biossólidos são uma das maiores razões para a utilização agronômica deles. Entretanto, é essencial entender o destino do N em solos tratados com biossólidos, tanto por motivos de nutrição vegetal quanto para manejar o risco ambiental representado pela lixiviação de nitrato. Este trabalho teve como objetivo avaliar o risco de lixiviação de nitrato em um Espodossolo e em um Latossolo, cada um tratado com doses de 0,5 a 8,0 Mg ha-1 de biossólido fresco, biossólido compostado, biossólido caleado, biossólido seco a calor e biossólido irradiado por sol. Os resultados mostraram que

  4. O EFEITO DA SINVASTATINA EM ALTERAÇÕES CARDIOVASCULARES E NA PERDA ÓSSEA INDUZIDA PELA PERIODONTITE

    OpenAIRE

    WILLIAN MOREIRA MACHADO

    2013-01-01

    A periodontite é uma doença inflamatória crônica iniciada e perpetuada por bactérias anaeróbicas Gram-negativas que colonizam a área subgengival. Esta doença é caracterizada pela destruição do tecido periodontal de inserção, reabsorção óssea, infiltração de leucócitos e formação de bolsa periodontal. Estudos mostram um aumento significativo do risco de doenças cardiovasculares, principalmente aterosclerose e hipertensão, entre pessoas com periodontite. Acredita-se que a inflamação sistê...

  5. Degree of Agreement between Cardiovascular Risk Stratification Tools.

    Science.gov (United States)

    Garcia, Guilherme Thomé; Stamm, Ana Maria Nunes de Faria; Rosa, Ariel Córdova; Marasciulo, Antônio Carlos; Marasciulo, Rodrigo Conill; Battistella, Cristian; Remor, Alexandre Augusto de Costa

    2017-05-01

    Cardiovascular disease (CVD) is the leading cause of morbidity and mortality in Brazil, and primary prevention care may be guided by risk stratification tools. The Framingham (FRS) and QRISK-2 (QRS) risk scores estimate 10-year overall cardiovascular risk in asymptomatic individuals, but the instrument of choice may lead to different therapeutic strategies. To evaluate the degree of agreement between FRS and QRS in 10-year overall cardiovascular risk stratification in disease-free individuals. Cross-sectional, observational, descriptive and analytical study in a convenience sample of 74 individuals attending the outpatient care service of a university hospital in Brazil between January 2014 and January 2015. After application of FRS and QRS, patients were classified in low/moder