WorldWideScience

Sample records for reumatoide artrite reumatoide

  1. Anestesia e artrite reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eneida Maria Vieira

    2011-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A artrite reumatoide (AR é uma doença inflamatória crônica e de etiologia desconhecida. Os pacientes com AR são reconhecidos como pessoas com redução na expectativa de vida, em comparação com a população em geral. As doenças reumáticas são numerosas e ocorrem com alta variabilidade; algumas são desenvolvidas rapidamente; outras, cronicamente, provocando incapacidades durante toda a vida. Os riscos anestésicos, em desordens osteoarticulares, envolvem, além das deformidades mecânicas causadas pela doença, os sistemas cardiovascular, respiratório, renal e digestivo. CONTEÚDO: A proposta da presente revisão foi levantar a importância das fases da doença em processo, que podem influenciar no controle da anestesia antes, durante e após a cirurgia, destacando a experiência dos autores em uma avaliação retrospectiva dos casos de pacientes portadores de artrite reumatoide juvenil (ARJ submetidos a próteses ortopédicas, com ênfase para as técnicas de intubação. CONCLUSÕES: Pacientes com artrite reumatoide podem apresentar um bom número de problemas complexos para o anestesiologista. Isso requer uma cuidadosa avaliação pré-operatória; a anestesia requer experiência com a técnica e o cuidado pós-operatório deve ser criteriosamente escolhido para atender à necessidade específica do paciente. O procedimento demanda efetiva comunicação entre cirurgião, reumatologista e anestesiologista, para que cada membro do grupo multidisciplinar contribua com sua experiência, visando a um melhor benefício ao paciente.

  2. Hvordan håndterer kvinder med reumatoid artrit sygdom, moderskab og arbejdsliv?

    DEFF Research Database (Denmark)

    Feddersen, Helle

    2017-01-01

    . I Studie 2B blev der fortaget deltagerobservationer og efterfølgende interviews i forbindelse med 10 af kvindernes fremmøde i planlagte ambulante sygeplejekonsultationer. Goffmans begrebsapparat vedrørende sociale roller, identitet, stigma, front- og backstage blev anvendt i en abduktiv fortolkning......Baggrund Reumatoid artrit (RA) er en kronisk, inflammatorisk sygdom, der forekommer 3 gange hyppigere hos kvinder end hos mænd. Sygdommen kan medføre hævede, stive og smertende led samt begrænsninger i forhold til fysisk udfoldelse, deltagelse i det sociale liv og nedsat psykisk velvære. Kvinder...

  3. Vasculite testicular: uma manifestação rara de artrite reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Wagner S. de Souza

    2013-08-01

    Full Text Available A vasculite testicular é uma manifestação extra-articular muito rara da artrite reumatoide (AR. Descrevemos o caso de um homem de 53 anos com diagnóstico de AR por oito anos, sem controle adequado da doença. O paciente desenvolveu vasculite reumatoide, manifestada por úlceras de membros inferiores e neuropatia periférica. Apresentou ainda meningite neutrofílica aguda, tendo sido tratado com antibióticos e posterior pulsoterapia endovenosa com metilprednisolona (500 mg/dia por três dias, seguida de ciclofosfamida (2 mg/kg/ dia e prednisona orais. O paciente apresentou melhora do quadro, mas 15 dias após a alta hospitalar, houve reativação da meningite bacteriana. O paciente foi reinternado e tratado novamente com antibióticos. Três dias depois da segunda admissão hospitalar, o paciente apresentou dor, aumento de volume do testículo esquerdo e posteriormente gangrena. Foi realizada orquiectomia unilateral e o exame anatomopatológico revelou vasculite linfocítica. O paciente faleceu dois dias após a cirurgia devido a pneumonia aspirativa. Esse caso ilustra a vasculite testicular como uma manifestação rara e grave da vasculite reumatoide.

  4. Estudo de custo-análise do tratamento da artrite reumatoide grave em um município do Sul do Brasil

    OpenAIRE

    Buendgens, Fabíola Bagatini; Blatt, Carine Raquel; Marasciulo, Antônio Carlos Estima; Leite, Silvana Nair; Farias, Mareni Rocha

    2013-01-01

    O tratamento da artrite reumatoide envolve a utilização de medicamentos, terapias não farmacológicas, consultas médicas, exames complementares, entre outros procedimentos. O artigo apresenta, conforme as fontes pagadoras, os custos diretos médicos relacionados ao tratamento da artrite reumatoide. Trata-se de um estudo de custo-análise envolvendo 103 pacientes com artrite reumatoide grave atendidos por meio do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica em Florianópolis, Santa Catarin...

  5. Artrite da gota tofácea crônica mimetizando artrite reumatoide Chronic tophaceous gout mimicking rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana F. Sarmento

    2009-12-01

    Full Text Available A gota é um distúrbio no metabolismo das purinas, usualmente associado à ocorrência de crises recorrentes de artrite nas articulações dos membros inferiores em homens entre 40-50 anos, e com o desenvolvimento de tofos subcutâneos nos pacientes com doença de longa evolução. Casos de pacientes com artrite gotosa crônica que mimetizam quadros de artrite reumatoide e vice-versa são raros. Descrevemos o caso de um paciente de 56 anos, com quadro de artrite poliarticular, simétrica e deformante, comprometendo principalmente as articulações de mãos e punhos, com nódulos subcutâneos difusos pelo corpo, alterações radiográficas atípicas e urolitíase, que, após avaliação clínica e dos exames complementares, recebeu diagnóstico de gota tofácea crônica mutilante mimetizando artrite reumatoide.Gout is a disorder of purine metabolism, usually associated with recurrent bouts of arthritis in the joints of the lower limbs, affecting men 40 to 50 years of age, which leads to the development of subcutaneous tophi in patients with long-lasting disease. Cases of patients with chronic gouty arthritis mimicking rheumatoid arthritis, and vice-versa, are rare. This report describes the case of a 56-year old male with symmetric, deforming, and polyarticular arthritis affecting, specially, the joints of the hands and wrists, with diffuse subcutaneous nodules throughout his body, atypical radiographic findings, and urolithiasis. Following clinical evaluation and additional tests, this patient received a diagnosis of chronic tophaceous gout mimicking mutilating rheumatoid arthritis.

  6. Artrite reumatoide e síndrome metabólica Rheumatoid arthritis and metabolic syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane Roseli da Cunha

    2011-06-01

    Full Text Available Nos últimos 20 anos, tem sido demonstrado que a artrite reumatoide (AR pode reduzir a expectativa de vida de 3 a 10 anos em comparação com a população em geral. Atualmente, a doença cardiovascular (DCV é a principal causa de morte nos pacientes com AR, e a ocorrência de infarto agudo do miocárdio pode ser até quatro vezes maior nesses pacientes. A resposta inflamatória sistêmica de etiologia autoimune, somada à presença de síndrome metabólica (SM, torna duas vezes maior o risco de DCV fatal ou não fatal e da aterosclerose coronariana, independentemente da idade e sexo. A artrite reumatoide tem sido associada a aumento da prevalência de SM, mas o papel das diferentes características da doença, tais como a duração da doença, atividade e tratamento com glucocorticoides não estão bem definidos. O objetivo deste trabalho é revisar a prevalência de SM e os fatores implicados no desenvolvimento de aterosclerose nos pacientes com AR, avaliando os aspectos clínicos da AR e sua associação com o desenvolvimento de SM.In the past 20 years, the life expectancy of patients with rheumatoid arthritis (RA has been shown to be reduced by three to ten years as compared to that of the general population. Currently, cardiovascular disease (CVD is the major cause of death in patients with RA, and acute myocardial infarction can be up to four times more frequent in these patients. The autoimmune systemic inflammatory response, along with the presence of metabolic syndrome (MetS, doubles the risk for fatal or non-fatal CVD and coronary atherosclerosis, regardless of age and sex. Rheumatoid arthritis has been associated with increased prevalence of MetS, but its role in the different characteristics of the disease, such as disease duration, activity, and treatment with glucocorticoids, is not well defined. This study aimed at reviewing the prevalence of MetS and the factors implicated in the development of atherosclerosis in RA patients

  7. Artrite reumatoide: uma visão atual Rheumatoid arthritis: a current view

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Goeldner

    2011-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A artrite reumatoide (AR é uma doença autoimune inflamatória e crônica que afeta aproximadamente 1% da população adulta mundial. A doença caracteriza-se pela inflamação do tecido sinovial de múltiplas articulações, levando a destruição tecidual, dor, deformidades e redução na qualidade de vida do paciente. Sua etiologia é complexa e em grande parte desconhecida, porém estudos demonstram a influência de fatores genéticos e ambientais em sua patogênese. Devido à forte influência genética, familiares de pacientes com AR formam um grupo de risco para o desenvolvimento da doença, principalmente em sua forma mais grave. Apesar de seu elevado potencial incapacitante, o curso da AR pode ser modificado por meio do diagnóstico precoce e do manejo adequado do paciente. No entanto, o diagnóstico precoce da AR é ainda bastante difícil diante da heterogeneidade das manifestações clínicas da doença, o que acaba retardando a implantação terapêutica. O tratamento da AR baseia-se no uso de anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs, corticosteroides, drogas antirreumáticas modificadoras do curso da doença (DMARD e agentes imunobiológicos. Além da terapia medicamentosa, também são adotadas medidas como educação do paciente e terapias psico-ocupacionais. Atualmente, estudos têm se voltado à identificação de fatores preditores de doença mais grave, como autoanticorpos como fator reumatoide (FR e anticorpo antipeptídio cíclico citrulinado (anti-CCP, que constituem importantes marcadores imunológicos de diagnóstico e prognóstico da AR. DISCUSSÃO E CONCLUSÃO: Apesar dos significativos avanços tanto no entendimento como no diagnóstico e no tratamento da AR, ainda persistem inúmeros desafios a serem superados.INTRODUCTION: Rheumatoid arthritis (RA is a chronic autoimmune inflammatory disease, which affects approximately 1% of the world's adult population. It is characterized by the inflammation of

  8. Tratamento da artrite reumatoide no Sistema Unico de Saude, Brasil: gastos com infliximabe em comparacao com medicamentos modificadores do curso da doenca sinteticos, 2003 a 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana de Oliveira Costa

    2014-02-01

    Full Text Available Neste trabalho buscou-se caracterizar o perfil dos usuários e os gastos relacionados com infliximabe e medicamentos modificadores do curso da doença (MMCD sintéticos para tratamento da artrite reumatoide no Sistema Único de Saúde (SUS, Brasil. Uma coorte de 2003-2006 foi construída com base nos dados do Sistema de Informação Ambulatorial do SUS, e as análises foram estratificadas por características clínicas e sociodemográficas. Calculou-se o gasto médio mensal per capita para cada ano de seguimento e fatores que o influenciaram. Foram incluídos 26.228 pacientes, a maioria mulheres entre 40-59 anos, residentes na macrorregião Sudeste e com diagnóstico de síndrome de Felty. Medicamentos para artrite reumatoide somaram R$ 74.306.087,18. A mediana de gasto mensal per capita foi de R$ 3.466,03 para pacientes que usaram infliximabe versus R$ 143,85 para os que usaram MMCD sintéticos. O tratamento medicamentoso para artrite reumatoide constituiu a principal despesa no SUS, com elevado impacto econômico devido ao infliximabe. Sexo, diagnóstico, idade e região de residência foram fatores que influenciaram os gastos.

  9. Kliniske retningslinjer for træning af aerob kapacitet og muskelstyrke til patienter med reumatoid artrit

    DEFF Research Database (Denmark)

    Larsen, Birgit Tine; Læssøe, Uffe; Kjær, Thomas

    forstærker denne risiko. Formål: Gennem effektiv og sikker træning at øge RA patienters aerob kapacitet og muskel styrke for dermed atlette patienternes daglige aktiviteter. Patienter: Voksne patienter (> 18 år) med diagnosen reumatoid artrit ifølge ARA eller ACR/EULAR kriterierne,funktionsklasserne I, II og...... III, i primær eller sekundær sektoren. Intervention/er: Kortvarig land- eller vandbaseret højintensitets træning af aerob kapacitet, kortvarig eller længerevarendeland-baseret høj-intensitets træning af aerob kapacitet i kombination med muskelstyrke træning oglængerevarende land-baseret høj......-intensitets styrke træning. Inkluderet studier: Èt systematisk review og to randomiseret klinisk kontrolleret studier (RCT). Outcomes: Aerob kapacitet, maksimal muskelstyrke, selv-rapporteret smerte, funktionsevne, sygdomsaktivitet,radiologisk ledskade og uønskede bivirkninger. Søgestrategi:Følgende databaser blev...

  10. Estudo de custo-análise do tratamento da artrite reumatoide grave em um município do Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Bagatini Buendgens

    2013-01-01

    Full Text Available O tratamento da artrite reumatoide envolve a utilização de medicamentos, terapias não farmacológicas, consultas médicas, exames complementares, entre outros procedimentos. O artigo apresenta, conforme as fontes pagadoras, os custos diretos médicos relacionados ao tratamento da artrite reumatoide. Trata-se de um estudo de custo-análise envolvendo 103 pacientes com artrite reumatoide grave atendidos por meio do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. O custo direto médico total foi R$ 2.045.596,55/ano, correspondendo a R$ 19.860,16 por paciente/ano. Do custo total, 90,8% foram para despesas com medicamentos, 2,5% às hospitalizações, 2,2% aos exames complementares, 2,1% às consultas médicas e 2,4% à soma dos demais componentes. O setor público foi responsável por 73,6% do custo direto médico total e por 79,3% do custo com a aquisição de medicamentos. A análise dos custos permitiu traçar um perfil de como uma população portadora de doença crônico-degenerativa altamente demandante de recursos transita pela composição público-privada que caracteriza o sistema de saúde brasileiro.

  11. Eficácia, uso de medicamentos e gastos no tratamento da artrite reumatoide no sistema único de saúde, 2003 a 2006

    OpenAIRE

    Juliana de Oliveira Costa

    2012-01-01

    A artrite reumatoide (AR) é uma doença autoimune crônica incapacitante, que acarreta perda da qualidade de vida e elevado impacto econômico para os pacientes e para a sociedade. O tratamento medicamentoso inclui utilização de agentes biológicos, como o infliximabe (IFX), que são indicados para pacientes que apresentaram falha terapêutica ao tratamento com Medicamentos Modificadores do Curso da Doença (MMCD). No Sistema Único de Saúde (SUS) estes medicamentos são disponibilizados por meio do C...

  12. Osteoporose na artrite reumatoide: papel do sistema vitamina D/hormônio paratireóideo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mattia Bellan

    2015-06-01

    Full Text Available A osteoporose é uma característica extra-articular bem estabelecida da artrite reumatoide (AR. A inflamação sistêmica parece ser essencial para causar uma alteração em múltiplos sistemas homeostáticos implicados na saúde óssea, como as vias RANK/RANKL/osteoprotegerina e Wnt/β catenina; vários outros fatores causais têm sido implicados, como o uso crônico de corticosteroides. Como a vitamina D exerce funções imunorreguladoras importantes, tem-se afirmado que o desarranjo do sistema vitamina D/hormônio paratireóideo (HPT, um determinante bem conhecido da saúde óssea, pode desempenhar um papel patogênico na autoimunidade; estudos com animais e dados clínicos apoiam essa hipótese. Além disso, os pacientes com AR parecem ser relativamente refratários à supressão de HPT induzida pela vitamina D. Portanto, a ligação entre a AR e a osteoporose pode ser em parte causada por alterações no sistema vitamina D/HPT. Uma melhor compreensão da fisiopatologia desse sistema pode ser crucial para prevenir e curar a osteoporose em pacientes com doenças inflamatórias/autoimunes. A maior evidência da correlação clínica de cooperação e interdependência entre a vitamina D e o HPT é que a correção da deficiência de vitamina D, pelo menos nas doenças autoimunes, deve ser orientada para a supressão do HPT.

  13. Escore US7 modificado na avaliação de sinovite em pacientes com artrite reumatoide inicial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alexandre Mendonça

    2014-07-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o escore US7 modificado (escore MUS7 SIN na avaliação de pacientes com artrite reumatoide inicial (ARI. Além disso, foram examinados recessos dorsais e palmares dos punhos, bem como pequenas articulações das mãos e dos pés, para o diagnóstico de sinovite, mediante uma avaliação global das articulações. Métodos: A amostra do estudo compreendeu 32 pacientes tratados para artrite, com 13 meses como duração média da doença. Foi utilizado um aparelho de ultrassonografia (US com transdutor de alta frequência. As mãos dos participantes também foram radiografadas e analisadas pelo escore de Larsen. Resultados: Nas 832 articulações examinadas, detectou-se sinovite em 173 (20,79%, tenossinovite em 22 (4,91% e erosões em três (1,56%. A sinovite foi predominantemente detectada no recesso dorsal (73,38% das articulações MCF e IFP, quando comparado com o recesso palmar (26%. A presença de sinovite nas articulações avaliadas teve correlação com os resultados clínicos (HAQ-DI, DAS28, laboratoriais (anti-PCC, FR, PCR e ultrassonográficos (r = 0,37 a r = 0,42; p = 0,04 a p = 0,003. Encontramos correlação do escore MUS7 SIN para US na técnica da escala de cinzas (gray scale ou na técnica de Doppler de amplitude (power Doppler com os valores do instrumento DAS28 (PCR (r = 0,38; p = 0,0332 e com os resultados da PCR (r = 0,39; p = 0,0280, respectivamente. Conclusão: O recesso dorsal, o punho e as pequenas articulações podem ser considerados como locais importantes para a detecção de sinovite pelo escore MUS7 SIN em pacientes com ARI.

  14. Traqueomegalia y artririts reumatoide

    OpenAIRE

    Rúa Marín, Catalina; Díaz, James; Cardona, Alejandro; Ramírez, Luis Alberto

    2008-01-01

    La traqueo-broncomegalia es una rara condición de etiología desconocida que ha sido descrita en asociación con enfermedades del tejido conectivo ocasionalmente. Presentamos un caso de traqueomegalia en una paciente con artritis reumatoide de larga evolución. Este es el segundo caso reportado en la literatura médica hasta ahora. La asociación entre estas patologías es incierta y no se puede establecer una clara relación fisiopatológica debido a la rareza de su ocurrencia y el inicio tardío de ...

  15. Segurança do uso de terapias biológicas para o tratamento de artrite reumatoide e espondiloartrites

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Licia Maria Henrique da Mota

    2015-06-01

    Full Text Available O tratamento das doenças reumáticas autoimunes sofreu uma progressiva melhora ao longo da última metade do século passado, que foi expandida com a contribuição das terapias biológicas ou imunobiológicos. No entanto, há que se atentar para as possibilidades de efeitos indesejáveis advindos da utilização dessa classe de medicações. A Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR elaborou um documento, baseado em ampla revisão da literatura, sobre os aspectos relativos à segurança dessa classe de fármacos, mais especificamente no que diz respeito ao tratamento da artrite reumatoide (AR e das espondiloartrites. Os temas selecionados pelos especialistas participantes, sobre os quais foram estabelecidas considerações quanto à segurança do uso de drogas biológicas, foram: ocorrência de infecções (bacterianas, virais, tuberculose, reações infusionais, reações hematológicas, neurológicas, gastrointestinais, cardiovasculares, ocorrências neoplásicas (neoplasias sólidas e da linhagem hematológica, imunogenicidade, outras ocorrências e reposta vacinal. Optou-se, por motivos didáticos, por se fazer um resumo da avaliação de segurança, de acordo com os tópicos anteriores, por classe de drogas/mecanismo de ação (antagonistas do fator de necrose tumoral, bloqueador da co-estimulação do linfócito T, depletor de linfócito B e bloqueador do receptor de interleucina-6. Em separado, foram tecidas considerações gerais sobre segurança do uso de biológicos na gravidez e na lactação. Esta revisão procura oferecer uma atualização ampla e equilibrada das experiências clínica e experimental acumuladas nas últimas duas décadas de uso de medicamentos imunobiológicos para o tratamento da AR e espondiloartrites.

  16. Vacinação em pacientes da Coorte Brasília de artrite reumatoide inicial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Feitosa Muniz

    2014-10-01

    Full Text Available Introdução: Os pacientes com diagnóstico de artrite reumatoide (AR apresentam risco aumentado de infecções. A vacinação é uma medida preventiva recomendada. Não há estudos avaliando a prática da vacinação nos pacientes com AR inicial. Objetivos: Avaliar a frequência de vacinação e a orientação (feita pelo médico sobre vacinas entre os pacientes com diagnóstico de AR inicial. Métodos: Estudo transversal incluindo pacientes da coorte Brasília de AR inicial. Foram analisados dados demográficos, índice de atividade da doença (Disease Activity Score 28 - DAS28, incapacidade funcional (Health Assessment Questionnaire - HAQ, dados sobre tratamento e vacinação após o diagnóstico da AR. Resultados: Foram avaliados 68 pacientes, sendo 94,1% mulheres, com idade média de 50,7 ± 13,2 anos. O DAS28 foi de 3,65 ± 1,64, e o HAQ de 0,70. A maioria dos pacientes (63% possuía cartão vacinal. Apenas cinco pacientes (7,3% foram orientados pelo médico sobre uso das vacinas. Os pacientes foram vacinados para tríplice viral (8,8%, tétano (44%, febre amarela (44%, hepatite B (22%, gripe (42%, influenza H1N1 (61,76%, pneumonia (1,4%, meningite (1,4% e varicela (1,4%. Todos os pacientes vacinados com vírus vivo atenuado estavam em uso de imunossupressores e receberam as vacinas de forma inadvertida, sem orientação médica. Não houve associação entre o uso de nenhuma vacina e atividade da doença, incapacidade funcional, anos de escolaridade, hábitos de vida, comorbidades. Conclusão: Os pacientes foram pouco orientados pelo médico com relação ao uso das vacinas, com elevada frequência de vacinação inadvertida com componente vivo atenuado, enquanto a imunização com vírus mortos ficou aquém do recomendado.

  17. Depressive symptoms in rheumatoid arthritis Sintomas depressivos em pacientes com artrite reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Francisco Botequio Mella

    2010-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To determine the prevalence of depressive and anxiety symptoms in patients with rheumatoid arthritis (a chronic inflammatory disease in comparison to a control group with osteoarthritis (a chronic non-inflammatory degenerative disease and to identify the sociodemographic and clinical variables associated with depressive symptoms in these patients. METHOD: Sixty-two rheumatoid arthritis patients and 60 osteoarthritis patients participated in the study. Sociodemographic and clinical data were collected and the Hospital Anxiety and Depression Scale and the Disability Index of the Health Assessment Questionnaire were applied. RESULTS: The prevalence of depressive symptoms was of 53.2% in rheumatoid arthritis and 28.3% in osteoarthritis (p = 0.005. The prevalence of anxiety symptoms was of 48.4% in rheumatoid arthritis and 50.0% in osteoarthritis (p = 0.859. The mean (and standard deviation scores in the Disability Index of the Health Assessment Questionnaire were 1.4 (0.8 in rheumatoid arthritis and 1.4 (0.6 in osteoarthritis (p = 0.864. Rheumatoid arthritis patients with depressive symptoms had lower education and higher disease activity and functional disability. CONCLUSION: Although these two rheumatic diseases are similar in terms of the pain and functional disability that they cause, a significantly higher prevalence of depressive symptoms was found in rheumatoid arthritis patients. This difference might be explained by the hypothesis of a neuroimmunobiological mechanism related to cytokines in inflammatory diseases, which has been considered as a candidate to the development of depressive symptoms.OBJETIVO: Determinar a prevalência de sintomas depressivos e ansiosos na artrite reumatóide (doença inflamatória crônica em comparação com um grupo controle com osteoartrite (doença crônico-degenerativa não inflamatória. Identificar variáveis sociodemográficas e clínicas associadas a sintomas depressivos nesses pacientes. M

  18. Propriedades adesivas e quimiotáticas dos neutrófilos de pacientes com artrite reumatoide e a influência de diferentes medicações

    OpenAIRE

    Venina Marcela Dominical

    2010-01-01

    Resumo: A artrite reumatoide (AR) é uma doença inflamatória crônica, autoimune e sistêmica, caracterizada por ser uma poliartrite simétrica, acometendo preferencialmente os punhos, mãos e pés. O processo patológico que explique a AR ainda permanece desconhecido. A indução da resposta imune, característica da doença, resulta de uma inflamação nas articulações através da infiltração de células inflamatórias que são recrutadas para o tecido sinovial, onde elas aderem às células endoteliais e tra...

  19. Potenciais interações medicamentosas em pacientes com artrite reumatoide Potential drug interactions in patients with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Bagatini

    2011-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O termo polifarmácia, ou seja, a utilização concomitante de múltiplos fármacos pelo mesmo indivíduo vem sendo amplamente associado a pacientes institucionalizados e idosos, no entanto pode ocorrer em grupos de pacientes portadores de doenças crônicas como artrite reumatoide (AR. OBJETIVO: Quantificar a polifarmácia em um grupo de pacientes com AR e realizar um levantamento sobre o risco de potenciais interações indesejáveis entre os medicamentos utilizados no manejo dessa doença e os fármacos utilizados em enfermidades não crônicas. MÉTODOS: Realizou-se um estudo de coorte com 103 pacientes portadores de AR, atendidos no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica/MS, Florianópolis/SC. Os pacientes foram acompanhados mensalmente, por meio de fichas. As interações medicamentosas foram identificadas pelo Drugdex System - Thomson Micromedex® - Interactions. RESULTADOS: Observou-se a presença de polifarmácia em 95,1% dos pacientes e de 19 potenciais interações indesejáveis entre os medicamentos utilizados por 74 pacientes, em média 3,0 ± 1,2 interações/paciente. Todas as potenciais interações estavam relacionadas a metotrexato. Omeprazol foi o principal representante, correspondendo a 29,3% delas, seguido por diclofenaco sódico (17,6% e dipirona sódica (13,2%. CONCLUSÃO: Considerando que este estudo confirma que a polifarmácia é uma prática comum na terapêutica dos pacientes portadores de AR, deve haver maior vigilância acerca de efeitos adversos ou de redução da efetividade de determinados fármacos devido às suas interações farmacológicasINTRODUCTION: The term polypharmacy, meaning the concomitant use of multiple medications by one individual, has been widely reported in institutionalized or elderly patients. It can, however, occur in patients with chronic diseases, such as rheumatoid arthritis (RA. OBJECTIVE: To quantify polypharmacy in a group of RA patients and to assess the

  20. Características demográficas e clínicas de pacientes com artrite reumatoide no Piauí, Brasil - avaliação de 98 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Socorro Teixeira Moreira Almeida

    2014-10-01

    Full Text Available Introdução: São escassos os estudos epidemiológicos brasileiros sobre artrite reumatoide, sobretudo no Nordeste; assim, muitos dados atualmente disponíveis têm sua origem na literatura internacional. Objetivos: Descrever as características demográficas, clínicas e sorológicas de pacientes com artrite reumatoide (AR seguidos pelo mesmo médico no Estado do Piauí, Brasil. Pacientes e métodos: Os dados foram coletados entre agosto de 2010 e março de 2013, em três serviços de saúde do Piauí com atendimento em reumatologia: um hospital universitário, uma clínica ambulatorial pública e uma clínica privada. Resultados: Os números representam média ± DP ou percentual: 98 pacientes com 47.5 ± 11.03 anos de idade; não-brancos; predominância de mulheres; não fumantes (59.2%; baixo nível educacional; duração média da doença de 7.7 ± 7.6 anos; e as principais manifestações extra-articulares foram nódulos reumatoides (19.4% e síndrome sicca (46.9%. Conclusão: As características da artrite reumatoide obtidas neste estudo são similares àquelas encontradas em alguns estudos nacionais e internacionais, mas observamos maior preponderância de mulheres, um nível de analfabetismo maior e, na média, uma doença erosiva moderadamente grave com presença frequente de sicca e de outras manifestações extra-articulares.

  1. Adalimumabe no tratamento da artrite reumatoide: uma revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Amaral de Ávila Machado

    2013-10-01

    Full Text Available Desde a descoberta do papel do fator de necrose tumoral no processo fisiopatológico da artrite reumatoide, cinco medicamentos bloqueadores dessa citocina têm sido empregados como opção terapêutica. Para avaliar a eficácia e a segurança do adalimumabe no tratamento da artrite reumatoide foi conduzida uma revisão sistemática com metanálise de ensaios clínicos controlados e randomizados. Foi realizada busca de estudos relevantes nas bases de dados Medline (via PubMed e LILACS em junho de 2011. A seleção dos estudos, coleta e análise de dados foram realizadas de forma pareada e independente por dois revisores e por um terceiro revisor em casos de discordância. A metanálise foi conduzida no software Review Manager® 5.1 usando o modelo de efeitos aleatórios. Onze artigos referentes ao adalimumabe foram incluídos e contemplaram nove estudos com 3461 pacientes. Dez estudos mostraram baixo risco de viés quanto ao cegamento dos participantes e pessoal e cegamento de avaliação de resultados. Os pacientes que receberam tratamento da associação de adalimumabe e metotrexato apresentam melhores resultados de eficácia e menor progressão radiográfica quando comparados ao grupo placebo + metotrexato em 24 a 104 semanas. Os pacientes que utilizaram adalimumabe em monoterapia apresentaram melhores resultados de eficácia em relação ao placebo em 24 e 26 semanas. Os resultados das metanálises de eventos adversos não foram estatisticamente significantes, exceto para reações no local de aplicação, na qual favoreceu o grupo controle. A eficácia do adalimumabe foi demonstrada em monoterapia e associado a algum MMCD, porém as evidências para o uso combinado são mais robustas.

  2. Atuação fisioterapêutica em um indivíduo com lúpus eritematoso sistêmico associado à artrite reumatoide e à fibromialgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Santos Gomes Jorge

    2017-04-01

    Full Text Available Introdução: As doenças reumáticas podem manifestar-se de forma isolada ou concomitante, como, por exemplo, o lúpus eritematoso sistêmico, que pode associar-se à artrite reumatoide e à fibromialgia, comprometendo a funcionalidade e a qualidade de vida. O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos da fisioterapia na dor, na força de preensão palmar, no equilíbrio postural, no nível de incapacidade e na qualidade de vida de um indivíduo com lúpus eritematoso sistêmico associado à artrite reumatoide e à fibromialgia. Relato de caso: Mulher, 56 anos, diagnosticada com lúpus eritematoso sistêmico, artrite reumatoide e fibromialgia há 14 anos. Sua queixa principal era dor generalizada e intensa em diversos pontos do corpo. Foram avaliados a dor, a força de preensão palmar, o equilíbrio postural, o nível de incapacidade e a qualidade de vida. O indivíduo realizou 30 sessões de fisioterapia (cinesioterapia e hidrocinesioterapia, duas vezes por semana, entre os meses de agosto e novembro de 2015, na Clínica e Fisioterapia da Universidade de Passo Fundo. Após a intervenção, houve diminuição da dor em 5 pontos e da incapacidade em 30%; aumento da força de preensão palmar em 2,2 kgf (mão direita e 1,2 kgf (mão esquerda; e do equilíbrio postural em 6 pontos. Como consequência, a qualidade de vida do indivíduo melhorou. Conclusão: A fisioterapia demonstrou-se eficaz na diminuição da dor e da incapacidade, no aumento da força de preensão palmar bilateral e do equilíbrio postural e na melhora da qualidade de vida em um indivíduo com lúpus eritematoso sistêmico associado à artrite reumatoide e à fibromialgia.

  3. Consenso 2012 da Sociedade Brasileira de Reumatologia para o tratamento da artrite reumatoide 2012 Brazilian Society of Rheumatology Consensus for the treatment of rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Licia Maria Henrique da Mota

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Elaborar recomendações para o tratamento da artrite reumatoide no Brasil. MÉTODO: Revisão da literatura com seleção de artigos baseados em evidência e opinião de especialistas da Comissão de Artrite Reumatoide da Sociedade Brasileira de Reumatologia. RESULTADOS E CONCLUSÕES: 1 A decisão terapêutica deve ser compartilhada com o paciente; 2 imediatamente após o diagnóstico, uma droga modificadora do curso da doença (DMCD deve ser prescrita e o tratamento ajustado para atingir remissão; 3 o tratamento deverá ser conduzido por reumatologista; 4 o tratamento inicial inclui DMCD sintéticas; 5 o metotrexato é a droga de escolha; 6 pacientes que não alcançaram resposta após a utilização de dois esquemas de DMCD sintéticas devem ser avaliados para DMCD biológicas; 7 excepcionalmente, DMCD biológicas poderão ser consideradas mais precocemente; 8 recomenda-se preferencialmente o uso de agentes anti-TNF como terapia biológica inicial; 9 após falha terapêutica a uma primeira DMCD biológica, outros biológicos poderão ser utilizados; 10 ciclofosfamida e azatioprina podem ser consideradas em manifestações extra-articulares graves; 11 recomenda-se a utilização de corticoide oral em baixas doses e por curtos períodos; 12 os anti-inflamatórios não hormonais devem sempre ser prescritos em associação à DMCD; 13 avaliações clínicas devem ser mensais no início do tratamento; 14 terapia física, reabilitação e terapia ocupacional são indicadas; 15 deve-se recomendar tratamento cirúrgico para correção de sequelas; 16 métodos de terapia alternativa não substituem a terapia tradicional; 17 deve-se orientar planejamento familiar; 18 orienta-se a busca ativa e o manejo de comorbidades; 19 atualizar e documentar a vacinação do paciente; 20 doenças transmissíveis endêmico-epidêmicas devem ser investigadas e tratadas.OBJECTIVE: To elaborate recommendations for the treatment of rheumatoid arthritis in

  4. Artritis reumatoide: consideraciones psicobiológicas

    OpenAIRE

    Japcy Margarita Quiceno; Stefano Vinaccia

    2011-01-01

    En la literatura es bien conocido el peso de las emociones negativas en la fisiopatología de la artritis reumatoide, pero hay poca información empírica del impacto de variables psicosociales positivas sobre esta enfermedad. Por tanto, el propósito de este trabajo es hacer énfasis en los factores psicobiológicos relacionados con la artritis reumatoide. Se describen las consideraciones epidemiológicas, los síntomas físicos constitutivos, los factores psicosociales más relevantes, como el papel ...

  5. Columna cervical reumática Artrite reumatoide da coluna cervical Rheumatoid arthritis of the cervical spine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nicolás Macchiavello Cornejo

    2009-03-01

    Full Text Available La artritis reumatoidea (AR afecta a millones de personas en el mundo. Hasta un 86% de los pacientes presenta alteraciones a nivel cervical. Los patrones de inestabilidad cervical asociados a la artritis reumatoidea son: inestabilidad atlanto-axial, impactación atlanto-axial y subluxación subaxial. Una vez que aparecen alteraciones neurológicas su progresión puede ser rápida y llevar incluso a la muerte. El tratamiento de la AR es fundamentalmente médico. Los medicamentos y esquemas actuales podrían prevenir o retardar la aparición de alteraciones a nivel atlanto-axial. El examen clínico y radiológico periódico permite detectar a los pacientes que ya presentan compromiso neurológico, o a los que están en riesgo de desarrollarlo, en cuyos casos debe considerarse la cirugía como opción terapéutica. La recuperación neurológica post-quirúrgica depende del nivel de compromiso neurológico previo, lo que refuerza la importancia de la detección y derivación precoz de los pacientes en riesgo. El tratamiento quirúrgico debe llevarse a cabo en centros especializados, por grupos multidisciplinarios. Esto, junto con la intervención temprana, ayudaría a reducir las complicaciones peri-operatorias.A Artrite Reumatóidea (AR afeta milhões de pessoas no mundo. Até 86% dos pacientes apresentam alterações a nível cervical. Os padrões de instabilidade cervical associados à AR são: instabilidade atlanto-axial, impacto atlanto-axial e sub-luxação sub-axial. Uma vez que aparecem as alterações neurológicas a sua progressão pode ser rápida e levar até a morte. O tratamento da AR é fundamentalmente médico. Os medicamentos e esquemas atuais poderiam prevenir ou retardar a aparição das alterações no nível atlanto-axial. O exame clínico e radiológico periódico permite detectar pacientes que já apresentem compromisso neurológico ou paciente com risco de desenvolver-lhe, sendo que em tais casos deve-se considerar a cirurgia

  6. Tomografia por emissão de pósitrons com FDG-18F na avaliação de pacientes com artrite reumatoide – revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalton Alexandre dos Anjos

    2014-12-01

    Full Text Available Introdução A artrite reumatoide (AR é uma doença caracterizada pela inflamação da membrana sinovial. Diversos autores têm investigado o papel da tomografia por emissão de pósitrons (PET com flúor-18 (FDG-18F na AR. Objetivos Revisão sistemática da literatura atual sobre o papel do PET com FDG-18F no diagnóstico, determinação da atividade da doença e avaliação da resposta ao tratamento em pacientes com AR. Métodos Foram realizadas buscas nas bases de dados Medline, Biblioteca Cochrane, Lilacs, Pubmed e Scopus nos idiomas português, inglês e espanhol, utilizando as palavras-chave «artrite reumatoide», «sinovite», «FDG», «PET», «metabolismo glicolítico» e «atividade da doença». Resultados 142 artigos foram inicialmente identificados, dos quais apenas 40 relacionavam-se diretamente ao tema. Foram selecionados 12 artigos originais e três relatos de caso que preenchiam os critérios de inclusão. Discussão A presença de fibroblastos e macrófagos ativados no pannus é responsável pela intensa captação periarticular de FDG-18F. Os padrões de captação não permitem o diagnóstico diferencial com outras artrites. A intensidade de captação e o número de articulações envolvidas são parâmetros metabólicos de atividade da doença que apresentam boa correlação com os índices compostos. Estudos longitudinais de PET têm se mostrado úteis na avaliação da resposta ao tratamento com anti-TNF. Quando realizado precocemente, PET pode predizer a resposta terapêutica. Conclusão Embora o real papel dessa nova técnica na investigação da AR ainda não esteja estabelecido, PET com FDG-18F é uma ferramenta promissora na determinação da atividade e na predição de resposta ao tratamento de pacientes com AR.

  7. Coorte Sarar: atividade de doença, capacidade funcional e dano radiológico em pacientes com artrite reumatoide submetidos à artroplastia total de quadril e joelho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Matos da Cunha

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivos:A coorte Sarar é composta por pacientes portadores de artrite reumatoide (AR e artrite idiopática juvenil (AIJ submetidos a artroplastias de quadril e joelho no hospital Sarah-Brasília. O objetivo deste estudo foi avaliar fatores clínicos e laboratoriais associados à atividade de doença, capacidade funcional e dano radiológico em pacientes com AR, participantes dessa coorte.Métodos:Estudo transversal, com coleta de dados em revisão de prontuário.Resultados:Foram incluídos 32 pacientes, com tempo médio de início da doença de 240 meses. Dezenove pacientes foram submetidos a ATJ e 17, a ATQ. Foi encontrada correlação positiva entre dose máxima de metotrexato (MTX durante a evolução e Clinical Disease Activity Index (CDAI (R = -0,46, p = 0,011 e negativa com Simplified Erosion and Narrowing Score (SENS (R = -0,58, p = 0,004. Valores de SENS foram maiores nos pacientes com fator reumatoide (FR (p = 0,005 e anticorpo antipeptídeo cíclico citrulinado 3 (anti-CCP3 positivo (p = 0,044, nos com maiores títulos de FR (p = 0,037 e anti-CCP3 (p = 0,025 e menores nos pacientes com história familiar de AR (p = 0,009. Valores de HAQ foram maiores em pacientes mais idosos (p = 0,031. Na regressão linear múltipla, somente “dose máxima de MTX” e “história familiar” permaneceram com associação significativa com SENS (r2= 0,73, p < 0,001 para ambas as variáveis. No modelo que avaliou CDAI, apenas “dose máxima de MTX” permaneceu com associação significativa (r2 = 0,35, p = 0,016.Conclusão:Na coorte Sarar, fatores clínicos e laboratoriais estiveram relacionados à atividade de doença, capacidade funcional e dano radiológico, semelhantemente a estudos que avaliaram pacientes com menor tempo de doença.

  8. Artritis reumatoide: consideraciones psicobiológicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Japcy Margarita Quiceno

    2011-01-01

    Full Text Available En la literatura es bien conocido el peso de las emociones negativas en la fisiopatología de la artritis reumatoide, pero hay poca información empírica del impacto de variables psicosociales positivas sobre esta enfermedad. Por tanto, el propósito de este trabajo es hacer énfasis en los factores psicobiológicos relacionados con la artritis reumatoide. Se describen las consideraciones epidemiológicas, los síntomas físicos constitutivos, los factores psicosociales más relevantes, como el papel que juegan las emociones positivas y negativas, el apoyo social, la resiliencia, la autotrascendencia y la percepción de enfermedad en la evolución y pronóstico de esta patología reumática. Conclusión: variables psicosociales positivas pueden promover la salud mental y física y aminorar el afecto negativo en pacientes con artritis reumatoide.

  9. Análise sistemática da influência do antifator de necrose tumoral [anti-TNF] sobre as taxas de infecção em pacientes com artrite reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leslie Goh

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: O presente trabalho tem como objetivo fornecer uma análise sistemática da influência do anti-TNF sobre as taxas de infecção em pacientes com artrite reumatoide (AR. MÉTODO: Pesquisamos na Medline para obter informações de controle de qualidade sobre as taxas de infecção em pacientes com AR tratados com anti-TNF. RESULTADOS: Atualmente, uma proporção elevada de pacientes com AR é usuária de agentes anti-TNF. Dados de registros nacionais em países da Europa de pacientes com AR tratados com anti-TNF sugerem que terapias biológicas estão intimamente ligadas à sepse. Apesar de estudos anteriores terem relatado um maior risco de infecções, atualmente há dados emergentes com maior duração de acompanhamento que sugerem um risco ajustado de 1,2. Os pacientes idosos e os com doença de longa data poderão apresentar uma taxa mais elevada de infecções graves em comparação às suas contrapartes mais novas com doença inicial. Hoje, há dados emergentes que sugerem que a terapia com anti-TNF está associada ao desenvolvimento de neutropenia logo após o início do tratamento. Os registros biológicos constataram que os pacientes com ARES tratados com anticorpos monoclonais apresentam aumento no risco de tuberculose (TB, em comparação aos tratados com bloqueadores dos receptores de TNF. Esse risco de infecção precisa ser ponderado em relação aos benefícios estabelecidos dos bloqueadores de TNF. CONCLUSÃO: A evidência atual sugere que o tratamento com anti-TNF na AR está intimamente associado à infecção. Os pacientes precisam estar cientes do risco de infecção, assim como dos benefícios estabelecidos dos bloqueadores de TNF, para que possam fornecer o consentimento informado para o tratamento.

  10. Possível papel das adipocinas no lúpus eritematoso sistêmico e na artrite reumatoide Possible role of adipokines in systemic lupus erythematosus and rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitalina de Souza Barbosa

    2012-04-01

    Full Text Available Nos últimos anos têm sido descritos mediadores sintetizados no tecido adiposo, chamados adipocinas. Eles apresentam ação hormonal, regulando o apetite e o metabolismo da glicose, mas também atuam como citocinas, com efeitos sobre o sistema imune, incluindo efeitos na autoimunidade. As adipocinas mais importantes são: leptina, adiponectina, visfatina e resistina. Algumas delas vêm sendo estudadas nas doenças autoimunes reumáticas, particularmente no lúpus eritematoso sistêmico (LES e na artrite reumatoide (AR. Estudos mostram níveis elevados de leptina e de adiponectina no LES, porém a correlação com a atividade da doença ainda é discutida. Na AR, os estudos também mostram aumento dos níveis de leptina e de adiponectina, observando-se correlação com a atividade da doença e a erosão articular; os resultados, porém, são conflitantes. Esta revisão descreve os papéis da leptina e da adiponectina no sistema imune e suas atuações no LES e na AR.In recent years, mediators synthesized in the adipose tissue, the so-called adipokines, have been described. They have a hormonal action, regulating appetite and glucose metabolism, but also act as cytokines with effects on the immune system, including effects on autoimmunity. The most important adipokines are leptin, adiponectin, resistin and visfatin, and some of them have been assessed in autoimmune rheumatic diseases, especially systemic lupus erythematosus (SLE and rheumatoid arthritis (RA. Studies have shown high levels of leptin and adiponectin in SLE, but correlation with disease activity is questionable. In RA, studies have also reported increased levels of leptin and adiponectin, and correlation with disease activity and joint erosion, but the results are confl icting. This review describes the role of leptin and adiponectin on the immune system, as well as on SLE and RA.

  11. Consenso 2012 da Sociedade Brasileira de Reumatologia sobre o manejo de comorbidades em pacientes com artrite reumatoide 2012 Brazilian Society of Rheumatology Consensus on the management of comorbidities in patients with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivânio Alves Pereira

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Elaborar recomendações da Comissão de Artrite Reumatoide da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR para o manuseio das comorbidades em artrite reumatoide (AR. MÉTODOS: Revisão da literatura e opinião de especialistas da Comissão de AR da SBR. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Recomendações: 1 Diagnosticar e tratar precoce e adequadamente as comorbidades; 2 O tratamento específico da AR deve ser adaptado às comorbidades; 3 Inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA ou bloqueadores dos receptores de angiotensina II (BRA são preferidos no tratamento da hipertensão arterial sistêmica; 4 Em pacientes com AR e diabetes mellitus, deve-se evitar o uso contínuo de dose cumulativa alta de corticoides; 5 Sugere-se o uso de estatinas para manter níveis de LDL menor que 100 mg/dL e índice aterosclerótico menor que 3,5 em pacientes com AR e comorbidades; 6 A síndrome metabólica deve ser tratada; 7 Recomenda-se a realização de exames para a investigação de aterosclerose subclínica; 8 Maior vigilância para um diagnóstico precoce de neoplasia oculta; 9 Medidas de prevenção para trombose venosa são sugeridas; 10 Recomenda-se a realização de densitometria óssea em pacientes com AR acima de 50 anos, e naqueles com idade menor com corticoide maior que 7,5 mg por mais de três meses; 11 Pacientes com AR e osteoporose devem evitar quedas, e devem ser aconselhados a aumentarem a ingestão de cálcio, aumentarem a exposição solar e fazerem atividade física; 12 Suplementação de cálcio e vitamina D é sugerida.Autilização de bisfosfonatos é sugerida para pacientes com escore T menor que -2,5 na densidade mineral óssea; 13 Recomenda-se equipe multidisciplinar, com participação ativa do médico reumatologista no tratamento das comorbidades.OBJECTIVE: To elaborate recommendations of the Rheumatoid Arthritis Committee of the Brazilian Society of Rheumatology (SBR to manage comorbidities in rheumatoid arthritis (RA

  12. Consenso 2012 da Sociedade Brasileira de Reumatologia sobre vacinação em pacientes com artrite reumatoide 2012 Brazilian Society of Rheumatology Consensus on vaccination of patients with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claiton Viegas Brenol

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Elaborar recomendações para a vacinação em pacientes com artrite reumatoide (AR no Brasil. MÉTODO: Revisão da literatura e opinião de especialistas membros da Comissão de AR da Sociedade Brasileira de Reumatologia e um pediatra reumatologista. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Foram estabelecidas 12 recomendações: 1 Antes de iniciar drogas modificadoras do curso de doença, deve-se revisar e atualizar o cartão vacinal; 2 As vacinas contra influenza sazonal e contra H1N1 estão indicadas anualmente para pacientes portadores de AR; 3 A vacina antipneumocócica deve ser indicada para todos os pacientes; 4 A vacina contra varicela deve ser indicada para pacientes com história negativa ou duvidosa de infecção prévia por varicela; 5 A vacina contra HPV deve ser considerada em adolescentes e mulheres jovens; 6 A vacina antimeningocócica é indicada para pacientes portadores de AR apenas em casos de asplenia ou deficiência de complemento; 7 Existe orientação de imunização contra o Haemophilus influenzae tipo B de pacientes adultos asplênicos; 8 Não há indicação de uma vacina adicional contra BCG em pacientes com AR; 9 A vacina contra hepatite B é indicada para pacientes com anticorpos contra HBsAg negativos; considerar a vacina contra hepatite A em combinação com a hepatite B; 10 Pacientes com grande risco de contrair tétano que receberam rituximabe nas últimas 24 semanas devem utilizar imunização passiva com imunoglobulina antitetânica; 11 A vacina contra febre amarela é contraindicada nos pacientes com AR em uso de imunossupressores; 12 As recomendações acima descritas devem ser revisadas ao longo da evolução da AR.OBJECTIVE: To elaborate recommendations to the vaccination of patients with rheumatoid arthritis (RA in Brazil. METHOD: Literature review and opinion of expert members of the Brazilian Society of Rheumatology Committee of Rheumatoid Arthritis and of an invited pediatric rheumatologist. RESULTS AND

  13. Resveratrol y artritis reumatoide: efecto protector en un modelo animal de artritis y estudio de sus propiedades antiinflamatorias en sinoviocitos artríticos humanos en cultivo

    OpenAIRE

    Riveiro Naveira, Romina R.

    2016-01-01

    [Resumo]Neste traballo estudouse o efecto do resveratrol na artrite reumatoide (AR) in vivo, nun modelo animal de artrite inducida por antíxeno (AlA), e in vitro, en sinoviocitos artríticos humanos en cultivo. Para o estudo in vivo do efecto do resveratrol nun modelo AlA en ratas, éste administrouse dun xeito oral durante dous meses antes da indución da artrite e ata o remate do estudo, dous días despois da indución, coincidindo coa fase aguda da enfermidade. Atopouse que o ...

  14. Impacto de la resiliencia en pacientes con Artritis Reumatoide

    OpenAIRE

    Beltrán García, Jonathan Camilo; Zapata Gómez, Elizabeth

    2016-01-01

    Introducción: La artritis reumatoide (AR) es una enfermedad autoinmune-inflamatoria, que compromete las articulaciones diartrodiales. Tiene una importante repercusión sistémica que incluye la depresión; por lo tanto, tiene un severo impacto sobre la calidad de vida. Es posible que mecanismos de defensa, tales como la resiliencia, puedan amortiguar dicho impacto. Metodología: estudio de corte transversal, multicéntrico (análisis inicial dentro del grupo AR, con muestra no probabilística d...

  15. Avaliação econômica das anticitocinas adalimumabe, etanercepte e infliximabe no tratamento da artrite reumatoide no Estado do Paraná Economic evaluation of anticitokines adalimumab, etanercept and infliximab for treatment of rheumatoid arthritis in Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Venson

    2011-01-01

    Full Text Available Este estudo objetivou realizar uma avaliação econômica das anticitocinas adalimumabe (ADA, etanercepte (ETA e infliximabe (IFX para o tratamento da artrite reumatoide no Estado do Paraná, sob a perspectiva do SUS. Os dados de eficácia e segurança dos tratamentos foram buscados na literatura, e os custos foram calculados com valores gastos pelo SUS para cada um dos tratamentos. Foi elaborado o modelo de Markov para obter a relação custo-efetividade de cada tratamento. A relação custo-efetividade incremental (ICER comparado ao tratamento padrão também foi calculada para cada anticitocina. Análises de sensibilidade e taxas de desconto foram aplicadas. Na avaliação custo-efetividade, encontraram-se custos por QALY de R$ 511.633,00, R$ 437.486,00 e R$ 657.593,00 para ADA, ETA e IFX, respectivamente. O ICER por QALY foi R$ 628.124,00, R$ 509.974,00 e R$ 965.927,00 para ADA, ETA e IFX, respectivamente. Nas análises de sensibilidade, o ETA e o ADA apresentaram valores próximos. Cabe aos gestores públicos e aos médicos prescritores a escolha adequada para cada paciente, entre os tratamentos disponibilizados.This study aimed to perform an economic evaluation of anticytokines adalimumab (ADA, etanercept (ETA and infliximab (IFX for the treatment of rheumatoid arthritis in the State of Parana, in Brazil, in the perspective of the Brazilian Unified Health System. Data on efficacy and safety of treatment were collected in literature, and costs were calculated on the amounts spent by the Government for each treatment. A Markov model was performed to get the cost-effectiveness of each treatment. The incremental cost-effectiveness relationship (ICER compared to a standard treatment was also calculated for each anticytokine. Sensitivity analysis and discount rates were applied. In assessing cost-effectiveness we found the following values (cost at R$ per QALY: 511,633.00, 437,486.00 and 657,593.00 (respectively for ADA, ETA and IFX. The ICER (R

  16. Riesgo de enfermedad tuberculosa en pacientes con artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rocío Gamboa

    2006-10-01

    Full Text Available Antecedentes: Los estudios sobre riesgo de enfermedad tuberculosa (ET en artritis reumatoide (AR en pacientes no usuarios de terapia biológica son controversiales. Objetivo: Evaluar AR como factor de riesgo independiente para ET. Diseño: Estudio de cohortes no concurrente. Lugar: Red asistencial Hospital Guillermo Almenara Irigoyen, Lima-Perú, hospital docente. Participantes: Pacientes con AR no usuarios de terapia biológica. Intervenciones: Una cohorte de pacientes con AR no usuarios de terapia biológica (cumplimiento de criterios 1987 del ACR fue pareada por edad y género con una cohorte control (pacientes con trastornos no inmunológicos. Se realizó una entrevista personal. El seguimiento para la cohorte AR se inició en el diagnostico de AR y culminó en el momento de la entrevista o en el diagnóstico de ET (los controles fueron seguidos el mismo periodo de tiempo. Se calculó la densidad de incidencia (DI para ET en cada cohorte y el riesgo relativo (RR. La probabilidad de ET de acuerdo al tiempo de enfermedad fue comparada mediante curvas de Kaplan Meier. Se aplicó un modelo de Cox para ajustar drogas y patologías predisponentes (hazard ratio -HR. Principales medidas de resultados: Enfermedad tuberculosa en pacientes con artritis reumatoide. Resultados: La cohorte AR y los controles (667 y 664 pacientes, respectivamente tuvieron 6 940,75 y 6 666,53 personas-año de seguimiento. La edad al diagnóstico de AR fue 46,65 años. Un 29,7% de 195 pacientes AR fueron PPD positivos. Quince pacientes AR y ocho controles desarrollaron ET (DI de 216,1/100 000 y 122,1/100 000 personas/año. El RR para TBC fue 1,8 (IC 95% = 0,8-4,2 y luego del ajuste para drogas y comorbilidades predisponentes de ET, el HR fue 1,69 (IC 95%=0,26-10,93. No hubo diferencia al comparar las curvas de Kaplan Meier (p=0,19. Conclusiones: La incidencia de ET entre los pacientes con AR fue mayor que en los pacientes sin dicha condición; sin embargo, esta diferencia no

  17. Pneumoconiose reumatoide (síndrome de Caplan com apresentação clássica Rheumatoid pneumoconiosis (Caplan's syndrome with a classical presentation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Mello De Capitani

    2009-09-01

    Full Text Available Apesar de rara, a pneumoconiose reumatoide, também chamada de síndrome de Caplan, pode ser diagnosticada entre trabalhadores expostos à sílica e entre pacientes com silicose, pneumoconiose dos mineiros de carvão e asbestose. A maior prevalência ocorre entre os silicóticos, apesar de ter sido descrita inicialmente em mineiros de carvão com pneumoconiose. O achado que define o tipo clássico da síndrome é a presença de nódulos reumatoides nos pulmões, independente da presença ou não de pequenas opacidades pneumoconióticas, ou de grandes opacidades de fibrose pulmonar maciça, associada ou não a um quadro de artrite reumatoide em atividade. Relatamos o caso de uma mulher com quadro de artrite reumatoide, diagnosticada 34 anos após exposição à sílica livre em uma indústria de porcelana por 7 anos, apresentando radiograma de tórax com opacidades arredondadas de 1 a 5 cm de diâmetro, distribuídas na periferia de ambos os pulmões. A biópsia transtorácica guiada por TC de um dos nódulos revelou tratar-se de nódulo reumatoide com macrófagos em paliçada, típico da síndrome de Caplan. São discutidos aspectos de diagnóstico da síndrome, classificação e ocorrência, ressaltando a importância da anamnese ocupacional em casos de artrite reumatoide com opacidades radiológicas pulmonares.Although rare, rheumatoid pneumoconiosis, also known as Caplan's syndrome, can occur in workers exposed to silica, as well as in patients with silicosis, coal workers' pneumoconiosis or asbestosis. Prevalence is higher among patients with silicosis, despite the fact that it was originally described in coal workers with pneumoconiosis. The classical finding that defines this syndrome is that of rheumatoid nodules in the lungs, regardless of whether there are small rounded opacities suggestive of pneumoconiosis or large opacities consistent with massive pulmonary fibrosis, with or without clinical rheumatoid arthritis. We describe the case

  18. Perfil dos usuários de anticitocinas disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde no estado do Paraná para o tratamento da artrite reumatoide Profile of users of anticytokines off ered by the health care system in the state of Paraná for the treatment of rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Astrid Wiens

    2012-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O tratamento da artrite reumatoide (AR no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS tem financiamento do Ministério da Saúde e cofinanciamento das Secretarias Estaduais. O Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT para o tratamento da AR descreve o esquema terapêutico para a patologia, inclusive com as anticitocinas adalimumabe, etanercepte ou infliximabe. OBJETIVO: Traçar o perfil dos usuários de anticitocinas, medicamentos biológicos cadastrados no Sistema de Informação do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica, gerenciado pelo Centro de Medicamentos do Paraná. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal tomando como referência o mês de março de 2010. Com base em dados de dispensação, foram coletadas informações relativas a idade, gênero, regional de saúde (RS, Código Internacional de Doenças (CID e medicamento dispensado. Calculou-se também o custo mensal com anticitocinas para o SUS. RESULTADOS: No estado do Paraná foram encontrados 923 pacientes recebendo anticitocinas, dos quais 40% recebiam adalimumabe, 44% etanercepte e 16% infliximabe, gerando um custo mensal de R$3.403.195,59. Com relação ao CID, 55% dos indivíduos apresentavam CID M05.8, 27% CID M06.0, 9% CID M6.8, 8% CID M5.0 e 1% dos indivíduos apresentava os outros CIDs relacionados com a doença. As RS do Paraná com o maior número de indivíduos em tratamento com anticitocinas foram as de Ponta Grossa, Cornélio Procópio, Londrina, Cianorte, Maringá, Irati e Campo Mourão. CONCLUSÃO: Por meio deste estudo foi possível verificar a distribuição e o perfil dos usuários de anticitocinas para o tratamento da AR no Paraná no âmbito do SUS no mês de março de 2010.INTRODUCTION: The Brazilian Unified Health Care System (SUS offers treatment for patients with RA through federal funding (Ministry of Health and state co-financing. The Clinical Protocol and Therapeutic Guidelines for the treatment of rheumatoid

  19. Padrão de acometimento da coluna cervical na artrite reumatoide: seguimento de 6 anos Cuadro de afectación de la columna cervical en la artritis reumatoidea: seguimiento de 6 años Pattern of involvement of the cervical column in rheumatoid arthritis: a 6 year follow up

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aurélio Felipe Arantes

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Foi avaliado o padrão de acometimento cervical em pacientes com diagnóstico de artrite reumatoide, correlacionando-se os achados de imagem com quadro neurológico, medicação utilizada, tempo de evolução da doença, idade de início da doença, exames laboratoriais e quadro clínico. MÉTODOS: Esse mesmo grupo de pacientes tinha sido estudado há 6 anos, e esses dados foram comparados para avaliar se houve piora do padrão de acometimento ao longo do tempo. Foram feitas radiografias simples da coluna cervical, nas incidências ântero-posterior, perfil neutro e dinâmico. A classificação de Ranawat foi utilizada para avaliar a sintomatologia dolorosa e o envolvimento neurológico. Foram utilizados os testes de regressão logística univariada (p OBJETIVOS: Fue evaluado el cuadrode afectación cervical en pacientes con diagnóstico de artritis reumatoidea, correlacionando los hallazgos de imagen con cuadro neurológico, medicación utilizada, tiempo de evolución de la enfermedad, edad del paciente alinicio de la enfermedad, exámenes de laboratorio y cuadro clínico. MÉTODOS: Ese mismo grupo de pacientes había sido estudiado 6 años antes, y esos datos recolectados fueron comparados para evaluar si hubo un empeoramiento del cuadrode afectacióna lo largo del tiempo. Se hicieron radiografías simples de la columna cervical, en las incidencias antero posterior, perfil neutro y dinámico. La clasificación de Ranawat fue utilizada para evaluar la sintomatología dolorosa y la involucración neurológica. Se utilizaron las pruebas de regresión logística univariada (pOBJECTIVE: The long-term pattern of cervical involvement in patients with a diagnosis of rheumatoid arthritis was investigated, correlating the imaging findings with neurological symptoms, medication used, duration of the disease, age of onset, laboratory tests and clinical picture. METHODS: This same group of patients had already been studied for some time, and

  20. Factores de riesgo ateroscleróticos en pacientes con artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arelys de Armas Hernández

    2017-10-01

    Full Text Available Introducción: la artritis reumatoide es una enfermedad inflamatoria crónica y progresiva caracterizada por la inflamación de articulaciones sinoviales y manifestaciones sistémicas. Objetivo: describir las características de algunos factores de riesgo de ateroesclerosis en pacientes con artritis reumatoide. Métodos: se realizó un estudio descriptivo, de corte transversal, en 112 pacientes con diagnóstico de artritis reumatoide. Para el diagnóstico positivo se tuvieron en cuenta los criterios del American College of Rheumatology. Se aplicó un cuestionario creado para la investigación y se realizaron exámenes complementarios y determinación de medidas antropométricas para explorar la presencia de factores de riesgo de ateroesclerosis. Resultados: promedio de edad de 56,3 años, con predominio del grupo menor de 49 años, sexo femenino (81,3 %; el 76,3 % de los pacientes presentaron factores de riesgo aterosclerótico con predominio para el hábito de fumar (41,1 %, hipertensión arterial (24,1 % y elevación del índice de masa corporal (18,8 %. Conclusiones: existe alta incidencia de factores de riesgo aterosclerótico en los pacientes con artritis reumatoidea, siendo los de mayor incidencia, el hábito de fumar, la hipertensión arterial y la elevación del índice de masa corporal; el metotrexato y los esteroides, son los medicamentos que más se utilizan en el control de la artritis reumatoidea y al parecer, en las dosis usualmente utilizadas, tienen un papel protector sobre el endotelio vascular.

  1. CAPACIDAD DE AGENCIA DE AUTOCUIDADO EN LAS PERSONAS ADULTAS QUE PADECEN ARTRITIS REUMATOIDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viriam Leiva Díaz

    2012-04-01

    Full Text Available El objetivo de la investigación consistió en analizar la capacidad de agencia de autocuidado que poseen laspersonas con diagnóstico de artritis reumatoide, quienes habitan en los cantones de Palmares y San Ramón. Se desarrolló una metodología de investigación cuantitativa de tipo descriptiva transversal. En cuanto a la población participante del estudio, estuvo conformada por 13 personas diagnosticadas con artritis reumatoide; respecto de los instrumentos utilizados para recolectar información, a los colaboradores se les aplicó el instrumento “Escala de apreciación de la capacidad de agencia de autocuidado”, propuesta por Dorothea Orem. Se determinó que los participantes poseen alta capacidad de agencia de autocuidado en las diferentes categorías, ya que únicamente se detectó baja capacidad de agencia de autocuidado en cuanto a interacción social (2 personas, y respecto del consumo insuficiente de alimentos (5 personas. La escala ASA permite a la Enfermera (o determinar la capacidad de agencia de autocuidado, de forma oportuna y eficaz. Además, permitió a las investigadoras observar un panorama general de las necesidades de autocuidado de la población participante y constatar que esta presenta alta capacidad de agencia de autocuidado.

  2. Artritis reumatoide como forma de presentación de un timoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Antonio Velasco Franco

    2016-12-01

    Full Text Available El timo juega un importante papel en la maduración de los linfocitos T y en la tolerancia inmune, una alteración a dicho nivel podría desencadenar una reacción de linfocitos contra antígenos propios, dando lugar a reacciones autoinmunes . Presentamos el caso de un paciente de 65 años diagnosticado hacía 4 años de artritis reumatoide seropositiva controlada con prednisona 2.5 mg al día que ingresa por cuadro síncopal situacional (defecatorio con recuperación espontánea. En las exploraciones complementarias destaca la presencia en la radiografia de torax de una masa mediastínica confirmada en TAC y con biopsia compatible con timoma. Tras el hallazgo casual del timoma y 2 años después de extirpación del mismo el paciente se encuentra asintomático sin tratamiento corticoideo en en lo que respecta a artritis y con negativización en controles posteriores a la cirugía de factor reumatoide y anticuerpos anticitrulinados en descenso.

  3. Polimorfismos de la región promotora del gen de la IL-10 y artritis reumatoide en una población colombiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olga María Moreno

    2007-03-01

    Conclusiones. La interleucina-10 es uno de los principales reguladores de la respuesta inmune y por lo tanto podría jugar un papel importante en la patogénesis de la artritis reumatoide; sin embargo, nuestros resultados no dan evidencia de una asociación genética entre los polimorfismos estudiados y el desarrollo o gravedad de la artritis reumatoide.

  4. Neumonía organizada como forma de presentación de una artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verónica Temprado

    2015-09-01

    Full Text Available La neumonía organizada (NO es una enfermedad pulmonar intersticial que puede asociarse a la artritis reumatoide (AR. Normalmente, la afectación pulmonar se presenta tras años de evolución de las manifestaciones articulares, siendo menos frecuente la aparición concomitante de ambos procesos. Se expone el caso de una paciente de 79 años que presentó tos y disnea junto con inflamación articular y criterios serológicos de AR. La radiografía de tórax (Rx y la tomografía axial computarizada (TAC objetivaron un infiltrado alveolar bibasal con broncograma aéreo. Las manifestaciones pulmonares de una NO motivaron el ingreso y fueron la clave para el diagnóstico final de una AR. La paciente recibió tratamiento corticoideo con excelente respuesta.

  5. Evolución de la intervención psicológica de la artitris reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Japcy Margarita Quiceno

    2011-01-01

    enfoques de intervención que se han centrado en la expresión emocional abierta de la afectividad negativa. Se termina resaltando la importancia del desarrollo de programas de intervención en pacientes con artritis reumatoide, basados en la potenciación de las emociones positivas, la resiliencia y otras variables derivadas de la psicología positiva.

  6. Fisiopatología, tratamiento y modelos experimentales de artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Noa Puig

    2011-06-01

    Full Text Available La artritis reumatoide, poliartritis inflamatoria más común del adulto, que afecta cerca del 1 % de la población mundial, predomina más en mujeres que en hombres, se presenta con mayor frecuencia entre los 30 y 50 años de edad, y conlleva a una gran discapacidad del paciente. Se caracteriza por una sinovitis erosiva simétrica, en la cual el tejido conjuntivo prolifera (pannus, invade y erosiona el cartílago y el hueso de las articulaciones y, a veces, por una afectación multisistémica. En la mayoría de los pacientes la enfermedad sigue una evolución crónica fluctuante que, si no se trata, ocasiona una progresiva destrucción, deformidad e incapacidad de las articulaciones afectadas. La enfermedad evoluciona con cifras elevadas de factor reumatoideo y /o anticuerpos anti-citrulinas. Constituyen aspectos esenciales del tratamiento óptimo de la enfermedad: el diagnóstico diferencial precoz; el tratamiento inicial con antiinflamatorios no esteroideos; el uso de fármacos modificadores del curso de la enfermedad; el uso posible de glucocorticoides, a dosis bajas por vía oral, o en inyección intraarticular; la evaluación periódica de la adecuación del tratamiento (monitorización radiológica, sérica y funcional de la progresión de la enfermedad y de la toxicidad asociada al tratamiento, y las intervenciones de educación y rehabilitación del paciente. Para evaluar nuevas terapias para el tratamiento de la artritis reumatoide, los modelos más usados son: el de la artritis inducida por adyuvante en ratas y artritis inducida por colágeno en ratas y ratones. Otros modelos recientes muestran datos limitados. La eficacia de varios compuestos revela que su efecto terapéutico es más predictivo de eficacia clínica en humano cuando se estudian los modelos de artritis por adyuvante y por colágeno, que los datos de un solo modelo.

  7. Epidemiología genética de la artritis reumatoide: ¿qué esperar de América Latina?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica María Delgado-Vega

    2006-12-01

    Full Text Available La artritis reumatoide es una enfermedad sistémica autoinmune, crónica, que afecta principalmente las articulaciones que tienen movimiento. La enfermedad es mucho más frecuente en mujeres y su prevalencia en la población latinoamericana es cercana al 0,5%. La existencia de agregación familiar (ls= 2-17 indica su carácter hereditario. Sin embargo, la herencia de la artritis reumatoide es poligénica y no sigue un patrón mendeliano. La importancia de encontrar factores genéticos asociados con la artritis reumatoide radica en la contribución a la comprensión de los mecanismos patogénicos de la enfermedad, su posible aplicación clínica como marcadores de riesgo, diagnóstico, pronóstico, e incluso, blanco terapéutico. Mapeos genéticos llevados a cabo en diversas poblaciones en busca de loci y genes candidatos han identificado la región HLA como aquella con mayor evidencia de ligamento. Sin embargo, su fracción etiológica corresponde sólo a un tercio de la susceptibilidad genética de la enfermedad. Esto indica que genes diferentes al HLA también están implicados en la susceptibilidad a desarrollar artritis reumatoide. En Latinoamérica, los alelos HLA-RB1*0404 y TNF -308A han sido asociados de manera uniforme con la artritis reumatoide. En el presente artículo se revisan los factores genéticos de la artritis reumatoide en el marco de una aproximación lógica y ordenada establecida por la epidemiología genética, y se ofrecen algunas recomendaciones para futuros estudios en poblaciones latinoamericanas.

  8. Tratamiento del dolor en la artritis reumatoide fundamentado en medicina basada en la evidencia Pain treatment in rheumatoid arthritis and evidence-based medicine

    OpenAIRE

    F. Neira; J. L. Ortega

    2006-01-01

    El objetivo ha sido la elaboración de un documento eminentemente práctico, basado en la evidencia científica disponible de mayor relevancia, que permita a los clínicos adoptar técnicas diagnósticas y medidas terapéuticas eficaces, en la Artritis Reumatoide (AR), adecuadamente fundamentadas. Se ha realizado una búsqueda sistemática en Internet, utilizando el término "rheumatoid arthritis" y "artritis reumatoide", en los diferentes grupos de elaboración y almacenamiento de guías de práctica clí...

  9. Factores sociodemográficos y severidad radiológica de la artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regino Rodríguez Acosta

    2001-10-01

    Full Text Available Se realizó un estudio descriptivo para caracterizar algunos factores sociodemográficos presentes en el grado de severidad radiológica de la artritis reumatoide en 33 pacientes con ese diagnóstico en el Hospital Clinicoquirúrgico Docente "Manuel Ascunce Domenech" desde 1994 hasta 1998 a los que se les aplicó un cuestionario cuyos datos se codificaron manualmente y se procesaron en una computadora. Se obtuvo un predominio del sexo femenino con casi el 70 % de los pacientes, siendo mayoritariamente casos urbanos y con escolaridad primaria. El III grado de Larsen agrupó a la mayoría de los pacientes, mientras que los grados I y II no tuvieron ningún enfermo. Los jubilados y las amas de casa fueron los más afectadosA descriptive study to characterize some social and demographic factors present in the level of radiological severity of rheumatoid arthritis was carried out in 33 patients diagnosed with this disease in "Manuel Ascunce Domenech" clinical and surgical teaching hospital from 1994 to 1998. A questionnaire was given to them, then data were manually coded and processed in a computer. Females were predominant with about 70% of patients, mainly from urban areas and primary schooling. Larsen’s grade III group most of the patients whereas grades I and II did not include any patient. Retired people and housewives were the most affected

  10. Análisis costo versus efectividad del Etanercept, Infliximab y Adalimumab, en pacientes con artritis reumatoide refractaria

    OpenAIRE

    Cubillos Mendoza, Luz Marina; Pinto Álvarez, Juliana

    2017-01-01

    En la actualidad existen varias tecnologías para tratar la artritis reumatoide (AR), lo que se ha convertido en una industria puesto que los tratamientos para la misma, pueden ser por largos periodos de tiempo, con costos importantes para el sistema de salud colombiano. Las instituciones de salud, se enfrentan a un gran reto al tratar de mejorar la calidad de vida de los pacientes a través de nuevas alternativas terapéuticas mediante medicamentos inmunomoduladores como los antagonistas del fa...

  11. Prevalencia de dislipemia y riesgo cardiovascular elevado en pacientes con artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Jezabel Haye Salinas

    2013-02-01

    Full Text Available Los objetivos del estudio fueron comparar la frecuencia de riesgo cardiovascular (CV elevado y dislipemia (DLP en pacientes con artritis reumatoide (AR y en controles, identificar variables de la enfermedad asociadas a DLP y estimar el porcentaje de pacientes con AR medicados para DLP. Estudio de corte transversal que incluyó 409 pacientes con AR y 624 controles. El riesgo CV se determinó con las clasificaciones NCEP y SCORE modificados por European League Against Rheumatism (EULAR. Para DLP se utilizó la definición de Adult Treatment Panel III (ATP III. La frecuencia de riesgo CV elevado fue similar en pacientes con AR y controles excepto cuando fue definida por NCEP-EULAR (7% vs. 2%; p = 0.00002. La DLP fue encontrada en el 43% de los pacientes con AR y en el 47% de los controles (p = 0.15. Los pacientes con AR y DLP tuvieron más manifestaciones extra-articulares (36% vs. 24%; p = 0.01 y mayor velocidad de sedimentación globular (VSG (21 (13-35 vs. 18 (10-30 mm; p = 0.003. El tratamiento recibido para DLP varió según la definición utilizada (11% a 32%. Se encontró mayor riesgo CV en los pacientes con AR solo cuando se definió por NCEP- EULAR. Los pacientes con AR y DLP tuvieron mayor VSG y manifestaciones extra-articulares. La mayoría de los pacientes con AR y DLP no estaban recibiendo tratamiento hipolipemiante.

  12. Dislipidemia en pacientes con artritis reumatoide atendidos en un hospital general

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose Galindo

    2011-04-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar la frecuencia de dislipidemia en pacientes con artritis reumatoide (AR atendidos en un hospital general. Material y métodos: Estudio observacional, descriptivo y transversal. Se incluyeron 44 pacientes a quienes se les determinó perfil lipídico sérico. Los resultados se clasificaron según el reporte modificado en el 2004 del tercer panel de tratamiento del adulto (ATP III. Además, se determinó el índice de masa corporal (IMC, la puntuación para la actividad de la enfermedad (DAS-28 y la limitación funcional medida con el cuestionario de evaluación de salud - versión peruana (HAQ-P. Resultados: La frecuencia de dislipidemia en pacientes con AR fue 75%. El 54,5% tuvo un IMC fuera de los límites normales. En el DAS-28, la mayoría de pacientes se encontraron con actividad severa de la enfermedad. Sin embargo, hubo más pacientes con dislipidemia en el grupo con moderada actividad. En la escala de HAQ-P, la mitad tuvo incapacidad funcional moderada a severa y mayor número de sujetos con dislipidemia. El 69,7% de los pacientes con alteraciones en el perfil lipídico presentó dislipidemia mixta. Conclusiones: La dislipidemia en los pacientes con AR del estudio se presentó con una alta frecuencia y con diversas formas de alteración en el perfil lipídico sin un patrón uniforme. Por lo tanto, el tratamiento de la dislipidemia sería individualizado en cada paciente para prevenir eventos cardiovasculares.(Rev Med Hered 2011;22:47-53.

  13. Disfunción de la articulación temporomandibular en pacientes con artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Guadalupe Ibáñez-Mancera

    2017-04-01

    Full Text Available La artritis reumatoide (AR es una enfermedad sistémica crónica inflamatoria caracterizada por una respuesta inmune patogénica que ocasiona daño articular el cual puede ser incapacitante e incluso condicionar una muerte prematura. Entre las articulaciones afectadas puede encontrarse la articulación temporomandibular (ATM ocasionando dolor, crepitación, inflamación y limitación de los movimientos mandibulares. La disfunción de la ATM es una entidad muy común, por lo que el objetivo de este estudio fue determinar en qué medida los pacientes con AR tienen afección de la ATM comparado con pacientes sanos e identificar las principales diferencias en la presentación clínica, para lo cual se realizó un estudio de casos y controles. Se incluyeron 37 pacientes en cada grupo. En el grupo de pacientes con AR se encontró una afección de la ATM en el 75% de los pacientes (28 casos, mientras que en el grupo control solo el 13,5% (5 casos. Los hallazgos identificados en el grupo de pacientes con AR y disfunción de ATM fueron principalmente desviación mandibular, ruidos articulares, pérdida dental, dolor articular y limitación de la apertura. En este estudio se pudo identificar que existe un riesgo 82% (OR 19,9, IC = 0,71-0,89 veces mayor de desarrollar disfunción de ATM en pacientes con AR comparado con pacientes sanos, por lo que resulta de suma importancia realizar revisiones periódicas de la ATM con el fin de identificar signos y síntomas tempranos para así evitar la progresión de la disfunción, lo cual se verá reflejado en una mejor nutrición y calidad de vida del paciente.

  14. Relaciones entre variables sociodemográficas, incapacidad funcional, dolor y desesperanza aprendida en pacientes con diagnóstico de artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stefano Vinaccia

    2004-01-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio descriptivo transversal fue estudiar las relaciones entre variables sociodemográficas, incapacidad funcional, dolor y desesperanza aprendida en pacientes con artritis reumatoide. Se utilizó una muestra de 124 pacientes (110 mujeres y 14 hombres diagnosticados con artritis reumatoide según los criterios del American College of Rheumatology. Como instrumento de medida de la discapacidad funcional se utilizó el Activities of Daily Living (HAQ-ADL, para evaluar el dolor se aplicó el Pain Severity Scale MOS y para la desesperanza aprendida el Arthritis Helplessness Index (AHÍ. Los resultados indicaron que los factores sociodemográficos son mejores predictores de desesperanza que el dolor y la incapacidad funcional, hecho que presenta evidentes discrepancias con investigaciones que plantean lo contrario, es decir una fuerte relación entre incapacidad funcional, dolor y desesperanza. Probablemente estas diferencias dependan de factores culturales que diferencian claramente la sociedad norteamericana de la colombiana con respecto al rol, la forma de atención y al cuidado de los enfermos crónicos. Esto nos permite entender más coherentemente una enfermedad crónica multifactorial, como es la artritis reumatoide, mediante un modelo bio-psico-social-ambiental y cultural.

  15. Costos directos de la artritis reumatoide temprana en el primer año de atención: simulación de tres situaciones clínicas en un hospital universitario de tercer nivel en Colombia

    OpenAIRE

    Gerardo Quintana; Claudia Mora; Andrés González; Jorge Díaz Díaz

    2009-01-01

    Introducción. En Colombia se desconoce cuál es la carga derivada de las enfermedades reumatológicas crónicas de forma global y en las diferentes esferas del sistema de salud. La artritis reumatoide es una de las enfermedades más frecuentes en su clase y, actualmente, representa un alto costo para el sistema de salud derivado de la atención de los pacientes. Objetivo. Determinar los costos médicos directos en pacientes con artritis reumatoide temprana en el primer año de diagnóstico en un h...

  16. Calidad de vida, nivel de salud percibido y factores sociodemográficos en personas con artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olga Janneth Gómez-Ramírez

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: determinar la relación entre la calidad de vida, el nivel de salud y los factores sociodemográficos en personas con artritis reumatoide (AR. Materiales y método: estudio correlacional explicativo. Se realizó una entrevista directa en el momento de la consulta de enfermería antes del control médico de reumatología. A través de un muestreo intencional no probabilístico de sujetos tipo se contó con la participación de 635 personas. Resultados: se encontró una frecuencia de presentación de AR mayor en mujeres (87%. También se evidenció una correlación positiva (0,596; p<0,001 entre calidad de vida y nivel de salud. Sociodemográficamente, las mujeres con educación básica y bajo estrato socioeconómico presentan una menor percepción de calidad de vida y nivel de salud. Estas variables se sometieron a un proceso de prueba con el uso de un modelo Path de análisis de covarianza. Conclusiones: las condiciones sociales que viven las personas con AR son factores que determinan la puesta en marcha de acciones de intervención dirigidas a solucionar la problemática de la calidad de vida en esta población.

  17. El sistema mononuclear fagocítico en la progresión de la artritis reumatoide y de la artrosis

    OpenAIRE

    Prieto Potin, Iván

    2014-01-01

    Tesis doctoral inédita leída en la Universidad Autónoma de Madrid, Facultad de Medicina, Departamento de Bioquímica. Fecha de lectura: 28 marzo, 2014 La artritis reumatoide (AR) y la artrosis (OA) son dos enfermedades reumáticas que comparten mecanismos de lesión tisular, aun siendo de etiopatogenia completamente diferente. Mientras que la sinovitis persistente es el distintivo principal de la AR, hallazgos experimentales y clínicos sugieren que la inflamación sinovial puede es...

  18. Fisiopatología, tratamiento y modelos experimentales de artritis reumatoide Pathophysiology, treatment and experimental models of rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Noa Puig

    2011-06-01

    Full Text Available La artritis reumatoide, poliartritis inflamatoria más común del adulto, que afecta cerca del 1 % de la población mundial, predomina más en mujeres que en hombres, se presenta con mayor frecuencia entre los 30 y 50 años de edad, y conlleva a una gran discapacidad del paciente. Se caracteriza por una sinovitis erosiva simétrica, en la cual el tejido conjuntivo prolifera (pannus, invade y erosiona el cartílago y el hueso de las articulaciones y, a veces, por una afectación multisistémica. En la mayoría de los pacientes la enfermedad sigue una evolución crónica fluctuante que, si no se trata, ocasiona una progresiva destrucción, deformidad e incapacidad de las articulaciones afectadas. La enfermedad evoluciona con cifras elevadas de factor reumatoideo y /o anticuerpos anti-citrulinas. Constituyen aspectos esenciales del tratamiento óptimo de la enfermedad: el diagnóstico diferencial precoz; el tratamiento inicial con antiinflamatorios no esteroideos; el uso de fármacos modificadores del curso de la enfermedad; el uso posible de glucocorticoides, a dosis bajas por vía oral, o en inyección intraarticular; la evaluación periódica de la adecuación del tratamiento (monitorización radiológica, sérica y funcional de la progresión de la enfermedad y de la toxicidad asociada al tratamiento, y las intervenciones de educación y rehabilitación del paciente. Para evaluar nuevas terapias para el tratamiento de la artritis reumatoide, los modelos más usados son: el de la artritis inducida por adyuvante en ratas y artritis inducida por colágeno en ratas y ratones. Otros modelos recientes muestran datos limitados. La eficacia de varios compuestos revela que su efecto terapéutico es más predictivo de eficacia clínica en humano cuando se estudian los modelos de artritis por adyuvante y por colágeno, que los datos de un solo modelo.The rheumatoid arthritis, is the inflammatory polyarthritis commonest in adults affecting about the 1 % of

  19. El dolor en los pacientes con artritis reumatoide: variables psicológicas relacionadas e intervención

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARTA M. REDONDO DELGADO

    2008-01-01

    Full Text Available El dolor es un síntoma principal en los pacientes con Artritis Reumatoide (AR, generalmente determinando su ajuste a la enfermedad y su calidad de vida global. Este artículo presenta una revisión y discusión sobre el dolor en pacientes con AR desde un enfoque psicológico basado en las investigaciones recientes. Se repasan los trabajos que han evaluado las emociones negativas en los pacientes con AR, aquellos que han explorado y explicado su papel sobre el dolor del enfermo, así como un compendio de las técnicas psicológicas más efectivas para el manejo del dolor. Las conclusiones muestran que el dolor es un problema central en los pacientes con AR. Las emociones negativas, que parecen estar presentes de forma más marcada en los pacientes con AR que en la población sana, son predictores significativos del dolor. Por otra parte, los estudios sugieren que el enfoque cognitivo-conductual es eficaz para los pacientes con AR en la mejora no sólo del dolor sino también en el ajuste psicológico a la enfermedad, mostrando un beneficio adicional para los pacientes con AR que reciben tales intervenciones como complemento del cuidado médico habitual. Para el futuro, el artículo sugiere la necesidad de realizar más estudios sobre los patrones de emocionalidad negativa y estrategias de afrontamiento es muestras españolas.

  20. Artroplastia total de cadera en pacientes con artritis reumatoide. [Total­ hip ­arthroplasty ­in ­rheumatoid­ arthritis.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Lopreite

    2014-06-01

    Full Text Available Intro­duc­ción: Alrededor del 15% de los pacientes con coxartrosis secundaria a artritis reumatoide necesitarán un reemplazo total de cadera, el patrón oro en el tratamiento. El objetivo es mostrar nuestra experiencia en reemplazo total de cadera en pacientes con artritis reumatoide, mediante un análisis retrospectivo, con énfasis en las alternativas protésicas y las complicaciones encontradas. Materiales­ y­ Métodos: Se analizaron 48 reemplazos totales de cadera primarios en 40 pacientes (edad promedio 58 años, con un seguimiento promedio de 6 años. Se realizaron 23 reemplazos totales de cadera cementados, 21 híbridos y 4 no cementados. Para el seguimiento, se contó con el examen clínico, la valoración del puntaje de Cadera de Harris y estudios radiológicos a los 21 y 45 días, 3 y 6 meses, al primer año y anualmente. Se evaluaron las zonas de DeLee-Charnley y Gruen para determinar el aflojamiento protésico. Resultados:­ El puntaje de Harris promedio fue de 29,8 en el preoperatorio y de 82,2 después de la cirugía. La supervivencia de la prótesis a los 5 años fue del 98%. A los 8 años de la cirugía, se agregaron 3 casos adicionales de aflojamiento protésico, y se calculó una supervivencia a mediano plazo del 87,5%. Todos los casos revisados correspondían a implantes protésicos cementados. No hubo signos de aflojamiento radiológico ni clínico en las prótesis híbridas y no cementadas. Conclusiones:­ El reemplazo total de cadera constituye un procedimiento válido que mejora notablemente la calidad de vida de los pacientes con artritis reumatoide y compromiso grave de las caderas. Los resultados dependen de varios factores: tipo de prótesis, estado clínico y técnica quirúrgica. Coincidiendo con la literatura internacional, la utilización de cotilos no cementados mejora la supervivencia de la prótesis a largo plazo.

  1. Evaluación económica de la monoterapia con tocilizumab frente a adalimumab en artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Federico Navarro Sarabia

    2013-01-01

    Full Text Available Fundamento: Tocilizumab (TCZ fue superior a adalimumab (ADA en monoterapia en la reducción de los signos y síntomas de la artritis reumatoide del adulto (AR en pacientes intolerantes o con respuesta inadecuada a metotrexato (MTX. El objetivo del estudio fue analizar el costeefectividad de TCZ vs ADA en estos pacientes. Métodos: Evaluación económica del coste por respuesta o remisión con TCZ vs ADAa partir del estudioADACTA(horizonte temporal: 24 semanas. Criterios de respuesta clínica ACR o de remisión de la enfermedad, índice DAS28. Ámbito: Sistema Nacional de Salud. Los costes incluidos (adquisición, administración y monitorización de los medicamentos en € de 2012 se obtuvieron de fuentes españolas. Se efectuaron análisis de sensibilidad simples univariantes. Resultados: Las tasas de respuestaACR20,ACR50 yACR70 con TCZ y ADA se obtuvieron en el 65% y 49,4% (p <0,01; 47,2% y 27,8% (p <0,01; y en el 32,5% y 17,9% (p <0,01 de los pacientes, respectivamente. La remisión DAS28 se produjo en el 39,9% y 10,5%, respectivamente (p <0,0001. El coste por respuesta fue menor con TCZ que con ADA (ACR20: 8.105 y 11.553 €; ACR50: 11.162 y 20.529 €; ACR70: 16.211 y 31.882 € respectivamente. El coste de la remisión DAS28 fue de 13.204 € y 54.352 € respectivamente. En todos los escenarios el tratamiento con TCZ tuvo mayor eficacia y menores costes que con ADA . Conclusiones: Según este análisis, en España la monoterapia con TCZ es una estrategia eficiente frente a ADA para el tratamiento de los pacientes con AR intolerantes o con respuesta inadecuada a MTX.

  2. Costos directos de la artritis reumatoide temprana en el primer año de atención: simulación de tres situaciones clínicas en un hospital universitario de tercer nivel en Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gerardo Quintana

    2009-03-01

    Conclusión. El principal elemento de los costos médicos directos en la artritis reumatoide temprana son los costos por medicamentos y se incrementa 40 veces con el uso de la terapia biológica. Deben realizarse estudios de evaluación económica completos para determinar la viabilidad y pertinencia clínica y económica del uso de la terapia biológica en estos pacientes.

  3. Artroplastia total de rodilla en pacientes jóvenes con artritis reumatoide. [Total knee arthroplasty in young patients with rheumatoid arthritis.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Germán Garabano

    2014-06-01

    Full Text Available In­tro­duc­ción: El objetivo de este trabajo fue evaluar retrospectivamente una serie de pacientes <55 años, con artritis reumatoide, tratados con artroplastia total de rodilla evaluando las características distintivas de este grupo (movilidad, dolor y supervivencia protésica. Materiales­ y ­Métodos: ­Se evaluaron 24 artroplastias totales de rodilla en 14 pacientes (12 mujeres, promedio de edad 47,4 años y un seguimiento de 5,8 años. Se realizaron 4 reemplazos unilaterales y 10 bilaterales. Se utilizaron 20 prótesis importadas y 4 nacionales; un paciente requirió un suplemento metálico en el platillo tibial interno y 2 necesitaron vástagos.  Resultados: Antes de la cirugía, 14 rodillas tenían déficit de extensión. El arco de movilidad preoperatorio promedio fue de 92,8º, de 90º a las 6 semanas y de 110º al año. El deseje preoperatorio fue valgo en 22 rodillas, con un promedio de 12º y 2 varos de 3º promedio. El Knee Society Score mejoró de 42 a 83 puntos poscirugía, el puntaje propio de rodilla fue de 42 a 89 en el posoperatorio, en promedio. Hubo 2 complicaciones: una rotura del aparato extensor resuturado, con desarrollo de una fístula sinovial que requirió 3 limpiezas quirúrgicas, con evolución favorable y un aflojamiento mecánico que requirió revisión. Conclusiones: A expensas de la mejora del dolor y la movilidad las artroplastias totales de rodilla impresionan ser un procedimiento con muy buenos resultados a mediano plazo en jóvenes con artritis reumatoide. Estos pacientes requieren una cuidadosa planificación preoperatoria, teniendo en cuenta la posibilidad de utilizar vástagos y suplementos metálicos.

  4. Comparative study between immunoturbidimetric and latex agglutination methods for the detection of rheumatoid factor Estudo comparativo entre as técnicas de aglutinação em látex e de imunoturbidimetria para a detecção de fator reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katya Cristina Rocha

    2013-02-01

    Full Text Available INTRODUCTION: The rheumatoid factor (RF is the most common antibody found in patients with rheumatoid arthritis. It is an inflammatory chronic disease characterized by articular involvement, inflammation of synovial fluid, tissue infiltration by leucocytes and joint destruction, which ultimately determine articular deformities. The rheumatoid factor is found in 70%-80% of the adult population and in 10% of the young population. OBJECTIVE: The aim of this research was to compare immunoturbidimetric and latex agglutination methods for the detection of RF in serum. RESULTS: The immunoturbidimetric method displayed sensitivity (95.2%, specificity (89.4% and high positive correlation (R² = 0,8077 with the latex agglutination method in positive serum samples. CONCLUSION: The study allowed to demonstrate that both immunoturbidimetric and latex agglutination methods equally discriminate between negative and positive serum samples for RF.INTRODUÇÃO: O fator reumatoide (FR é o autoanticorpo mais comum encontrado em pacientes com artrite reumatoide, uma doença crônica inflamatória caracterizada pelo envolvimento articular com inflamação do líquido sinovial, infiltração de tecido por leucócitos e destruição das articulações, que acaba por determinar deformidades articulares. O FR é encontrado em 70%-80% da população adulta e em 10% da população juvenil. OBJETIVO: Comparar os métodos de imunoturbidimetria e aglutinação (prova do látex para a determinação de FR em soro. RESULTADO: Foi possível observar que o método imunoturbidimétrico apresenta sensibilidade (95,2%, especificidade (89,4% e correlação positiva elevada (R² = 0,8077 com o método de aglutinação pelo látex em amostras de soro positivas. CONCLUSÃO: O estudo permitiu demonstrar que o método imunoturbidimétrico e o método de aglutinação pelo látex são igualmente capazes de discriminar amostras negativas e positivas para FR.

  5. Tuberculosis pleural asociada con adalimumab, en un paciente con artritis reumatoide Pleural tuberculosis associated with adalimumab in a patient with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Hidalgo

    2010-03-01

    Full Text Available ResumenLa tuberculosis constituye, en nuestro medio, una de las enfermedades infecciosas endémicas. Con el advenimiento de las nuevas terapias para el control de la artritis reumatoide, como los inhibidores del factor de necrosis tumoral, la incidencia de casos de reactivación ha aumentado notoriamente.Se presenta el caso de una mujer de 42 años de edad, con disnea, dolor torácico, tos, derrame pleural con líquido pleural tipo exudado linfocítico, con deaminasa de adenosina (ADA de 55 U-L e identificación de granuloma en la biopsia pleural. Se revisa la literatura y se hacen recomendaciones.Tuberculosis (TB represents one of the endemic infectious diseases in our population. The incidence of reactivate TB cases has grown notoriously with the onset of new therapeutic options for controlling rheumatoid arthritis (RA, such as tumor necrosis factor (TNF inhibitors. The case of a 42 year old woman is highlighted. Her condition is characterized by shortness of breath, chest pain, cough, pleural effusion, linfocitic exudate pleural fluid, ADA 55 U-L and granuloma in pleural biopsy.A review of relevant literature and recommendations are presented.

  6. Alopecia areata por uso de leflunomida en una paciente con artritis reumatoide: reporte de caso y revisión de literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Ignacia Molina Molina

    2016-03-01

    Full Text Available La artritis reumatoide es una enfermedad de tipo autoinmune. Por su carácter altamente invalidante, requiere de manejo farmacológico agresivo. Para ello, habitualmente se hace necesario el uso de drogas inmunomoduladoras agrupadas bajo el nombre de fármacos antirreumáticos modificadores de la enfermedad. Uno de los utilizados con mayor frecuencia es la leflunomida, la cual por su mecanismo de acción es capaz de suprimir ejes fundamentales en el proceso de la enfermedad. Sin embargo, su uso no se encuentra exento de efectos secundarios. Si bien existen series que reportan que los efectos adversos más prevalentes son diarrea, náuseas, exantema y alopecia, existen escasos reportes de casos de alopecia areata universal secundaria al uso de leflunomida. A propósito de un caso en el Hospital Regional de Talca, se realizó una revisión de la literatura acerca del tema.

  7. Associação do HLA-DRB5*01 com proteção contra manifestação cutânea da vasculite reumatoide em pacientes brasileiros Association of HLA-DRB5*01 with protection against cutaneous manifestations of rheumatoid vasculitis in Brazilian patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wester Eidi Nishimura

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a frequência do HLA classes I e II e sua associação com a manifestação cutânea da vasculite reumatoide (VR em pacientes brasileiros. PACIENTES E MÉTODOS: Durante um ano foram selecionados 130 pacientes com artrite reumatoide (AR, classificados de acordo com os critérios do American College of Rheumatology de 1987. Os pacientes foram submetidos a um questionário clínico e laboratorial para exclusão de outras causas de vasculopatia cutânea (neoplasia, infecções, uso de drogas ilícitas, diabetes mellitus e tabagismo. Setenta e três foram excluídos por apresentarem algum fator de risco para outras causas de vasculopatias. Cinquenta e sete foram incluídos no estudo sem fator de risco para outras causas de vasculopatia, dos quais 17 apresentavam VR de acordo com os critérios de 1984 de Scott e Bacon. Foram analisados dados demográficos, tempo de diagnóstico de AR, atividade da doença (DAS28 e presença de fator reumatoide e de anticorpos antipeptídeo citrulinado cíclico. Alelos HLA foram tipificados usando-se a reação em cadeia da polimerase-DNA amplificada por hibridização de baixa resolução com sequências específicas de sondas. RESULTADOS: A comparação entre os 40 pacientes sem VR e os 17 pacientes com VR demonstrou uma frequência aumentada do HLA-B*14 (Pc = 0,168 e do HLA-Cw*08 (Pc = 0,084 em pacientes com VR, e uma frequência aumentada do HLA-DRB5*01 (Pc = 0,048 em pacientes sem VR. CONCLUSÃO: O HLA-DRB5*01 pode conferir proteção contra essa manifestação extra-articular da AR.OBJECTIVE: To evaluate the frequency of HLA classes I and II and their association with the cutaneous manifestation of rheumatoid vasculitis (RV in Brazilian patients. PATIENTS AND METHODS: During one year we selected 130 patients with rheumatoid arthritis (RA classified according to the American College of Rheumatology, 1987. All patients underwent a clinical and laboratory questionnaire to exclude other causes of

  8. Evaluación del estado nutricio en una población mexicana de pacientes adultos con artritis reumatoide Assessment of nutritional status in a Mexican population of adult patients with rheumatoid arthritis

    OpenAIRE

    L. Puente Torres; G. F. Hurtado Torres; C. Abud Mendoza; A. Bravo Ramírez

    2009-01-01

    Antecedentes: La artritis reumatoide (AR) representa un estado inflamatorio crónico que se acompaña de potenciales complicaciones a nivel multiorgánico. Se ha descrito una alta prevalencia de alteraciones nutricias en pacientes con AR, las cuales en conjunto, pueden repercutir negativamente en el curso y pronóstico de la enfermedad ya sea a través de un incremento en la incidencia de morbilidades cardiovasculares o bien imponiendo limitaciones funcionales adicionales a las ya existentes por l...

  9. Correlación de la respuesta a antígenos de Mycobacterium tuberculosis y la prueba cutánea de tuberculina en pacientes con artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yurika López

    2013-06-01

    Full Text Available Introducción. Los pacientes con artritis reumatoide bajo tratamiento con anti-TNFα están en alto riesgo de desarrollar tuberculosis activa, por lo cual se recomienda hacer la tamización para infección latente de tuberculosis, antes de iniciar el tratamiento. Objetivo. Comparar la prueba de tuberculina y la producción de IFNγ inducida por antígenos CFP (Culture Filtrate Protein y antígenos específicos de Mycobacterium tuberculosis (CFP-10 para el diagnóstico de infección latente de tuberculosis en pacientes con artritis reumatoide. Materiales y métodos. Se llevó a cabo un estudio transversal analítico en pacientes con artritis reumatoide atendidos en el Hospital Universitario San Vicente Fundación, entre enero y diciembrede 2007, a los cuales se les determinó la producción de IFNγ en respuesta a CFP y CFP-10 en sobrenadantes de cultivos de sangre total, y se correlacionó con la reacción en la prueba de tuberculina. Además, se estableció el grado de concordancia entre ambas pruebas. Resultados. Se incluyeron 45 pacientes, de los cuales, 14 (31,1 % tuvieron un diámetro de induración≥10 mm (tuberculina positiva, nueve (20 % produjeron IFNγ en respuesta a CFP-10, y siete fueron positivos para ambas pruebas. La correlación entre las pruebas fue de r=0,53 (IC95%: 0,28-0,72 y la concordancia global entre pruebas fue de 80 %, con un coeficiente kappa de 0,48 (IC95%: 0,20-0,76. Conclusiones. Solo se observaron dos pacientes con tuberculina positiva y CFP-10 positivo “anérgicos”y se encontraron seis pacientes con tuberculina positiva y CFP-10 negativa “falsos positivos paratuberculina”, lo cual sugiere que la prueba de la tuberculina no es la más adecuada para indicar profilaxispara tuberculosis.   doi: http://dx.doi.org/10.7705/biomedica.v33i2.694

  10. Prevalencia de dislipemia y riesgo cardiovascular elevado en pacientes con artritis reumatoide Prevalence of dyslipidemia and elevated cardiovascular risk in patients with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Jezabel Haye Salinas

    2013-02-01

    Full Text Available Los objetivos del estudio fueron comparar la frecuencia de riesgo cardiovascular (CV elevado y dislipemia (DLP en pacientes con artritis reumatoide (AR y en controles, identificar variables de la enfermedad asociadas a DLP y estimar el porcentaje de pacientes con AR medicados para DLP. Estudio de corte transversal que incluyó 409 pacientes con AR y 624 controles. El riesgo CV se determinó con las clasificaciones NCEP y SCORE modificados por European League Against Rheumatism (EULAR. Para DLP se utilizó la definición de Adult Treatment Panel III (ATP III. La frecuencia de riesgo CV elevado fue similar en pacientes con AR y controles excepto cuando fue definida por NCEP-EULAR (7% vs. 2%; p = 0.00002. La DLP fue encontrada en el 43% de los pacientes con AR y en el 47% de los controles (p = 0.15. Los pacientes con AR y DLP tuvieron más manifestaciones extra-articulares (36% vs. 24%; p = 0.01 y mayor velocidad de sedimentación globular (VSG (21 (13-35 vs. 18 (10-30 mm; p = 0.003. El tratamiento recibido para DLP varió según la definición utilizada (11% a 32%. Se encontró mayor riesgo CV en los pacientes con AR solo cuando se definió por NCEP- EULAR. Los pacientes con AR y DLP tuvieron mayor VSG y manifestaciones extra-articulares. La mayoría de los pacientes con AR y DLP no estaban recibiendo tratamiento hipolipemiante.The objectives of this study were to compare the frequency of dyslipidemia (DLP and the elevated cardiovascular risk between rheumatoid arthritis (RA patients and a control group, to identify disease-related factors associated with the presence of DLP and to estimate the frequency of RA patients receiving treatment for DLP. This is a cross sectional study that included 409 RA patients and 624 controls. Cardiovascular (CV risk was determined using the Framingham score, National Cholesterol Education Program (NCEP and the Systematic Coronary Risk Evaluation (SCORE adapted versions according to the European League Against

  11. Hallazgos clínico-radiológicos de la articulación temporomandibular en pacientes con artritis reumatoide: Clinicoradiological findings Temporomandibular joint from patients presenting with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisselle M. Chávez Andrade

    2009-06-01

    Full Text Available Se realiza este estudio con el propósito de describir y evaluar los hallazgos clínico-radiológicos de la articulación temporomandibular (ATM en un grupo de pacientes con diagnóstico de artritis reumatoide (AR. La muestra fue de 61 pacientes, con una edad media de 54 años y 5 meses. Todos fueron interrogados y examinados clínicamente, luego sometidos al examen radiográfico de ambas ATMs, utilizando la técnica de proyección transcraneal, con boca cerrada y en máxima apertura. El estudio recoge los signos y síntomas de la ATM hallados, tales como dolor, tumefacción, luxación, clicking y limitada apertura bucal. El estudio de los aspectos radiográficos indicó cambios en las superficies del cóndilo y la fosa temporal, en la movilidad condilar y espacio articular. Se concluyó que en pacientes con artritis reumatoide es frecuente la presencia de hallazgos clínicos-radiológicos en la articulación temporomandibular y que tanto la edad y género del paciente como el grado de actividad y tiempo de evolución de la enfermedad (AR, son factores que influyen en el estado general de las ATMs.Aim of present paper is to describe and to assess the Clinicoradiological findings of the temporomandibular joint (TMJ in a group of patients diagnosed with rheumatoid arthritis (RA. Sample included 61 patients with a mean age of 54 years and 5 months. All of them were interrogated and clinically examined and then underwent to a radiographic examination of both TMJs, using the transcranial projection technique, with the closed mouth and in maximal opening. Study includes the TMJ syndrome founded such as pain, tumefaction, luxation, clicking, and a limited oral opening. The study of radiographic features showed the presence of changes in condyle surface and temporal fossa, in condylar motility, and articulation space. We conclude that in patients presenting with rheumatoid arthritis is frequent the presence of clinicoradiological findings in the TMJ

  12. Tratamiento de Artritis reumatoide con antagonistas del factor de necrosis tumoral alfa y su asociación con el desarrollo de melanoma cutáneo: revisión sistemática de la literatura y meta-análisis.

    OpenAIRE

    Aldana Silva, Carolina; Chaparro Reyes, Laura Daniela

    2015-01-01

    Introducción: El tratamiento con antagonistas del factor de necrosis tumoral alfa (anti TNF) ha impactado el pronóstico y la calidad de vida de los pacientes con artritis reumatoide (AR) positivamente, sin embargo, se interroga un incremento en el riesgo de desarrollar melanoma. Objetivo: Conocer la asociación entre el uso de anti TNF y el desarrollo de melanoma maligno en pacientes con AR. Metodología: Se realizó una búsqueda sistemática en MEDLINE, EMBASE, COCHRANE LIBRARY y ...

  13. O adulto com artrite idiopática juvenil poliarticular The adult patient with polyarticular juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liz Wallin

    2009-08-01

    Full Text Available Crianças com a forma poliarticular da artrite idiopática juvenil (AIJ, ao entrarem na idade adulta, têm um quadro similar ao de pacientes com artrite reumatoide (AR de início no adulto. No presente estudo comparam-se características clínicas e imunológicas desses dois grupos de pacientes. Para isso, foram estudados vinte adultos com AIJ poliarticular e cinquenta pacientes com AR (pareados para sexo e tempo de duração de doença, para presença de autoanticorpos, nódulos subcutâneos, síndrome de Sjögren secundária, hipotireoidismo e para a determinação de índices funcionais e antropométricos. Encontraram-se, nesses dois grupos, características similares, exceto pela presença de fator reumatoide (menor no grupo de AIJ poliarticular; P = 0,026 e menor IMC nos pacientes com AIJ poliarticular (P When children with polyarticular juvenile idiopathic arthritis (JIA reach adulthood, they have a condition similar to that of patients with adult onset rheumatoid arthritis (RA. In the present study, the clinical and immunological characteristics of these two groups of patients are compared. The presence of autoantibodies, subcutaneous nodules, secondary Sjögren syndrome, and hypothyroidism, was determined in 20 adult patients with polyarticular JIA and in 50 patients with RA (paired for gender and duration of the disease, as well as the determination of functional and anthropometric indexes. Both groups had similar characteristics, except for the presence of rheumatoid factor (lower in the polyarticular JIA group; P = 0.026 and lower BMI in patients with polyarticular JIA (P < 0.001.

  14. Magnetic resonance imaging of the hip in rheumatoid arthritis patients: a descriptive study; A ressonancia magnetica do quadril na avaliacao de pacientes com artrite reumatoide: estudo descritivo

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Caldana, Wanda Chiyoko Iwakami; Fernandes, Artur da Rocha Correa [Universidade Federal de Sao Paulo (UNIFESP/EPM), SP (Brazil). Dept. de Diagnostico por Imagem]. E-mail: wiwakami@ig.com.br; Ciconelli, Rozana Mesquita [Universidade Federal de Sao Paulo (UNIFESP/EPM), SP (Brazil); Juliano, Yara [Universidade Federal de Sao Paulo (UNIFESP/EPM), SP (Brazil). Dept. de Epidemiologia e Bioestatistica

    2005-07-15

    Objective: To assess the usefulness of MRI as a diagnostic method in patients with rheumatoid arthritis, and to evaluate the frequency of changes in the hip in symptomatic and asymptomatic patients. Materials and methods: Forty patients (17 symptomatic and 23 asymptomatic) were evaluated by 1.5 T magnetic resonance imaging (MRI) after intravenous contrast media injection. MRI findings were divided in inflammatory, degenerative, combined (inflammatory and degenerative) and extra-articular changes. Results: The most frequent findings seen were degenerative and extra-articular changes (22.5% each). Inflammatory changes were seen in only five (12.5%) symptomatic patients, four of them with degenerative findings associated (10%). Conclusion: The use of MRI of the hip allowed the evaluation of the main articular abnormalities seen in patients with rheumatoid arthritis. The most frequent findings were degenerative and extra-articular changes. Inflammatory findings were seen in only five patients, four of them with degenerative changes associated. (author)

  15. As diferenças do Doppler espectral, na artrite psoriática e onicomicose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alexandre Mendonça

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo Utilizar o Doppler espectral (DE para quantificar atividade inflamatória e detectar diferenças ecotexturais ungueais em pacientes com artrite psoriásica e onicomicose. Métodos Foram incluídos dois pacientes, um com artrite psoriásica, mas sem dores nas articulações e sem alterações clínicas ungueais; e outro paciente com onicomicose e artrite reumatoide. O exame de ultrassom, pela escala cinza, demonstrou alterações na presença regular da ecotextura na inserção da unha, aumento da espessura do leito ungueal e perda do padrão trilaminar da unha. O Doppler espectral, através do índice de resistência (IR, detecta o processo inflamatório nas enteses ungueais. Resultados Sete articulações interfalângicas distais (IFD nos dois pacientes foram avaliadas em dois planos, obtendo nove IR. O autor encontrou no paciente com artrite psoriásica: perda normal do padrão trilaminar da unha; leitos ungueais e cápsulas articulares das IFDs preservados. O Doppler espectral evidenciou IR1, com média±DP igual a 1,71±0,98. Conclusão O uso do ultrassom pode detectar alterações nos leitos ungueais nessas doenças. Futuros estudos poderão melhor caracterizar essas mudanças.

  16. Resiliencia, percepción de enfermedad, creencia y afrontamiento espiritual religioso y calidad de vida relacionada con la salud en pacientes con diagnóstico de artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Japcy Margarita Quiceno

    2013-01-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio fue evaluar las relaciones entre resiliencia, percepción de enfermedad, creencias y afrontamiento espiritual-religioso y calidad de vida relacionada con la salud en 41 pacientes con diagnóstico de artritis reumatoide de la ciudad de Medellín (Colombia. Instrumentos: Escala de Resiliencia RS , Cuestionario Breve de Percepción de Enfermedad IPQ-B , Inventario de Sistema de Creencias SBI-15R , Escala Estrategias de Afrontamiento Espirituale SCS y Cuestionario de Salud MOS SF -36 . Los resultados mostraron relaciones negativas de la representación cognitiva y emocional de la enfermedad del IPQ-B con la calidad de vida física y mental, y las estrategias de afrontamiento no religioso ( SCS se asociaron positivamente con la calidad de vida mental. En el análisis de regresión lineal, las consecuencias de la enfermedad del IPQ-B y el tratamiento farmacológico tuvieron un peso negativo sobre la calidad de vida a nivel físico, mientras que la aceptación de sí mismo y de la vida de resiliencia y el estrato socioeconómico lo tuvieron positivamente sobre la salud mental. En conclusión, la percepción de la calidad de vida de los pacientes con AR es mediada por las representaciones de la enfermedad y por factores salutogénicos como un afrontamiento de tipo trascendental y la resiliencia.

  17. Evaluación de un método de aglutinación con látex para la detección de factor reumatoide Evaluation of a latex agglutination method for the detection of rheumatoid factor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana M. Guerreiro Hernández

    2008-04-01

    Full Text Available Se evaluó un método de aglutinación con látex de producción nacional (Centis, para la detección de factor reumatoide, empleándose como procedimiento de referencia un ensayo turbidimétrico con látex (Spin React, España en un grupo de pacientes con artritis reumatoide. Los resultados obtenidos en el método evaluado: sensibilidad 93 %; especificidad 80 %; valor predictivo positivo 97,6 %; valor predictivo negativo 57,1 %; y un límite de detección de 15 UI/mL, indican su calidad y utilidad.An agglutination method with latex of national production (Centis was evaluated to detect the rheumatoid factor by using a turbidimetric assay with latex (Spin React, Spain as a reference procedure in a group of patients with rheumatoid arthritis. The results obtained in the evaluated method (sensitivity 93 %, specificity 80 %, positive predictive value 97.6 %, negative predictive value 57.1 %, and a detection limit of 15 UI/mL showed its quality and usefulness.

  18. Management of patients with rheumatoid arthritis in Latin America: a consensus position paper from Pan-American League of Associations of Rheumatology and Grupo Latino Americano De Estudio De Artritis Reumatoide.

    Science.gov (United States)

    Massardo, Loreto; Suárez-Almazor, María E; Cardiel, Mario H; Nava, Arnulfo; Levy, Roger A; Laurindo, Ieda; Soriano, Enrique R; Acevedo-Vázquez, Eduardo; Millán, Alberto; Pineda-Villaseñor, Carlos; Galarza-Maldonado, Claudio; Caballero-Uribe, Carlo V; Espinosa-Morales, Rolando; Pons-Estel, Bernardo A

    2009-06-01

    A consensus meeting of representatives of 18 Latin-American and Caribbean countries gathered in Reñaca, Chile, for 2 days to identify problems and provide recommendations for the care of patients with rheumatoid arthritis (RA) in Latin America, a region where poverty and other health priorities make the efforts to provide effective and high quality care difficult. This report includes recommendations for health professionals, patients, and health authorities in Latin America, with an emphasis on education and therapeutic issues. Fifty-one rheumatologists (list available only online on the JCR website) from 18 Latin-American and Caribbean countries with a special interest in RA participated in the consensus meeting. Participants were experts identified and appointed by the National Societies of Rheumatology affiliated with the Pan-American League of Associations for Rheumatology (PANLAR) and by the Grupo Latino Americano De Estudio de Artritis Reumatoide (GLADAR)-an independent group of Latin American rheumatologist researchers were also invited to the meeting. Eight topics were identified as priorities: patient, community and allied health professional education, health policy and decision making, programs for early detection and appropriate treatment of RA, role of classic disease modifying antirheumatic drugs (DMARDs), role of biologic therapy, and drug safety surveillance. To reach consensus, a survey with questions relevant to the topic of interest was sent to all participants before the meeting. During a 2 day meeting, the answers of the survey were reviewed and discussed by each group, with final recommendations on action items. The specific topic of the survey was answered by 86% of the participants and 68% of them answered the entire survey. It was agreed that RA and rheumatic diseases which are currently not but should be public health priorities in Latin America, because of their prevalence and impact on quality of life. Strategic areas identified as

  19. De psychologische aspekten van reumatoide artritis

    NARCIS (Netherlands)

    Ploeg, Francesco Antonius Everardus van der

    1980-01-01

    In dit proefschrift wordt een onderzoek beschreven naar de psygologische aspekten van reumatoïde artritis (ra). Er werden twee vraagstellingen onderzocht. Ten eerste, bestaan er bepaalde typerende persoonlijkheidskenmerken van patiënten lijdende aan reumatoïde artritis? Ten tweede, wat is het

  20. Biofarmaka til behandling af reumatoid artritis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Baslund, Bo; Bendtzen, Klaus

    2008-01-01

    The current status on the use of biopharmaceuticals in the treatment of rheumatoid arthritis is reviewed. Blocking of TNF-alpha, co-stimulation of CD28+ T-cells and depletion of CD20+ B-cells are all effective ways to diminish inflammation and joint damage. However, not all patients react to thes...

  1. Reumatoid artritis og håndkirurgi

    DEFF Research Database (Denmark)

    Peretz, Anne Sofie Rosenborg; Madsen, Ole Rintek; Brogren, Elisabeth

    2017-01-01

    Rheumatoid arthritis results in characteristic deformities of the hand. Medical treatment has undergone a remarkable development. However, not all patients achieve remission or tolerate the treatment. Patients who suffer from deformities and persistent synovitis may be candidates for hand surgery...

  2. Abatacept til behandling af reumatoid artritis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Nielsen, Henrik; Hansen, Annette

    2009-01-01

    Abatacept (CTLA4Ig) is a human fusion protein which consists of a cytotoxic lymphocytic-associated type 4 antigen which is bound to the Fc part of the IgG1. Abatacept binds to CD80/CD86 on antigen-presenting cells thus blocking the co-stimulatory signal to the naïve T cells and interfering with a...

  3. De psychologische aspekten van reumatoide artritis

    OpenAIRE

    Ploeg, Francesco Antonius Everardus van der

    1980-01-01

    In dit proefschrift wordt een onderzoek beschreven naar de psygologische aspekten van reumatoïde artritis (ra). Er werden twee vraagstellingen onderzocht. Ten eerste, bestaan er bepaalde typerende persoonlijkheidskenmerken van patiënten lijdende aan reumatoïde artritis? Ten tweede, wat is het verband tussen het verloop van reumatoïde artritis en psychologische variabelen? ... Zie: Samenvatting

  4. Perfil clínico y epidemiológico de pacientes con Síndrome de Sjögren concomitante a Artritis Reumatoide atendidos en una Clínica privada de la ciudad de Medellín (Colombia. 2005- 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lina Maria Martinez Sanchez

    2013-08-01

    Full Text Available El Síndrome de Sjögren es una enfermedad crónica autoinmune en la cual se ven alteradas las glándulas mucosas del organismo, caracterizada principalmente por sequedad oral (xerostomía y ocular (xeroftalmia. Objetivo. Describir el perfil clínico y epidemiológico de pacientes con Sjögren concomitante a Artritis Reumatoide en una Clínica privada de la ciudad de Medellín-Colombia. 2005- 2010. Metodología. Estudio descriptivo del tipo de series clínicas en el que se estudiaron las historias clínicas de los pacientes atendidos por Sjögren concomitante a Artritis Reumatoide en una clínica privada de Medellín-Colombia. Para el análisis estadístico se utilizó el programa SPSS, a las variables cuantitativas se les calculó el promedio y la desviación estándar, además de los valores mínimo y máximo, y a las variables cualitativas se les estimó proporciones. Resultados. Se estudiaron 23 pacientes los cuales tenían una edad mediana de 55 años y 91.3% eran del sexo femenino. Los síntomas más frecuentemente reportados fueron la xerostomía y la xeroftalmia con un 69.6% y 56.5% respectivamente. Los métodos más empleados para el diagnóstico fueron el Factor Reumatoideo (78.3% y los anticuerpos antinucleares (69.6%, mientras que los principales medicamentos empleados fueron la cloroquina y la Prednisolona (cada uno con 52.2%. Conclusión. Sjögren concomitante a Artritis fue encontrado más comúnmente en el sexo femenino. Las manifestaciones clínicas más frecuentes fueron la xerostomía y xeroftalmia y la mediana del tiempo de diagnóstico fue de 61 meses. Es necesario seguir ahondando en el tema para caracterizar mejor aquellos pacientes con Sjögren y otra enfermedad inmunológica de base.

  5. Predictores clínicos, paraclínicos y de tratamiento que se asocian a alteración en la respuesta a la prueba de tuberculina en pacientes con artritis reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Fernando García4,

    2008-11-01

    Full Text Available INTRODUCCIÓN: en la actualidad se recomienda que todo paciente con artritis reumatoide (AR antes de iniciarle la terapia anti-TNF sea evaluado para detectar la presencia de infección latente por Mycobacterium tuberculosis (MTB. La prueba cutánea de tuberculina (TST es en la actualidad la única válida para el diagnóstico de infección por MTB en pacientes con infección latente. Sin embargo, la prueba de TST presenta limitaciones. En 2005 la FDA aprobó dos técnicas para el diagnóstico de infección por MTB. Ambas determinan por medio de ELISA la producción de IFN-(IFN-g release assay IGRA en plasma fresco de pacientes sensibilizados. OBJETIVO: el objetivo de este estudio fue establecer qué parámetros clínicos y del tratamiento de pacientes con AR alteran la respuesta a la prueba de PPD y pueden ser útiles como herramientas para la interpretación de la misma en estos pacientes. MÉTODOS: se evaluaron 52 pacientes con diagnóstico de AR del Servicio de Reumatología del Hospital Universitario San Vicente de Paúl, según criterios del American College of Rheumatology (1987. A cada paciente se le aplicó 0,1 ml de PPD por vía intradérmica y 72 horas después se hizo la lectura. A cada paciente se le determinaron características clínicas y de tratamiento y la producción de IFN- ante el estímulo con ESAT-6 y CFP-10 (marcadores diagnósticos de MTB. RESULTADOS: de los 52 pacientes evaluados el 95% eran mujeres con una media de edad de 44 años. El 80% tenían FR positivo (80% con una enfermedad de menos de 10 años de evolución (55%. No encontramos ningún paciente con índice de masa corporal menor de 21, en general la actividad de la enfermedad era leve a moderada por clinimetría. El DMARD (Medicamentos antirreumáticos modificadores de la enfermedad más utilizado fue metotrexate (80% y 92% de los pacientes estaban con esteroides. En el grupo de pacientes TST reactivos (44% un 72% tuvieron 10 mm o más. Se observ

  6. Comparação entre o Disease Activity Score-28 e o Juvenile Arthritis Disease Activity Score na artrite idiopática juvenil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Campos Capela

    2015-02-01

    Full Text Available Introdução A avaliação de atividade da artrite reumatoide e da artrite idiopática juvenil é feita por meio de instrumentos distintos, respectivamente pelo DAS-28 e pelo JADAS. Objetivo Comparar o DAS-28 e o JADAS com a pontuação de 71, 27 e 10 articulações, na artrite idiopática juvenil. Método Foram avaliadas 178 visitas em oito pacientes com artrite idiopática juvenil, participantes de um ensaio clínico controlado de fase III, testando eficácia e segurança do abatacepte. Pontuaram-se as articulações ativas e limitadas, a avaliação global pelo médico e pelos pais em escala analógica visual de 0-10 cm e a velocidade de hemossedimentação convertida em escala de 0-10, em todas as visitas. A comparação entre os índices de atividade entre diferentes observações foi por Anova ou modelo ajustado Gama. As observações pareadas entre o DAS-28 e o JADAS 71, 27 e 10, respectivamente, foram analisadas por meio de regressão linear. Resultados Houve diferença significativa entre as medidas individuais, exceto a VHS, nos primeiros quatro meses de tratamento com biológico, quando cinco entre os oito pacientes atingiram a resposta ACR-Pedi 30, com melhora. Os índices DAS-28, JADAS 71, 27 e 10 também apresentaram diferença relevante durante o período de observação. O ajustamento por meio de regressão linear entre o DAS-28 e o JADAS resultou em fórmulas matemáticas para conversão: [DAS-28 = 0,0709 (JADAS 71 + 1,267] (R2 = 0,49; [DAS-28 = 0,084 (JADAS 27 + 1,7404] (R2 = 0,47 e [DAS-28 = 0,1129 (JADAS-10 + 1,5748] (R2 = 0,50. Conclusão A conversão da pontuação do DAS-28 e do JADAS 71, 27 e 10 por esse modelo matemático permitiria a aplicação equivalente de ambos em adolescentes com artrite.

  7. Uso do abatacepte em uma paciente com artrite psoriásica Use of the abatacept in a patient with psoriatic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Ewerton Maia Rodrigues

    2010-06-01

    Full Text Available Artrite psoriásica (AP é uma artrite inflamatória soronegativa de causa desconhecida. Classicamente, a AP apresenta cinco formas clínicas, sendo a oligoartrite assimétrica a mais comum. Descrevemos o caso de uma paciente com AP refratária às drogas modificadoras da doença, que evoluiu com hepatite medicamentosa após quimioprofilaxia com isoniazida, administrada previamente ao tratamento com anti-TNFα. Em virtude do risco de ativação de tuberculose (TB latente pela administração de anti-TNFα, da hepatotoxicidade decorrente do tratamento da TB, e baseado no fato de o tratamento da AP se assemelhar ao da artrite reumatoide, optou-se pelo tratamento empírico com abatacepte. Aproximadamente vinte dias após a segunda dose do biológico, a paciente evoluiu com importante melhora clínica, resolução da artrite, regressão das lesões de pele e melhora da anemia e das provas de atividade inflamatória.Psoriatic arthritis (PA is an inflammatory seronegative arthritis of unknown origin. Classically, PA has five clinical forms, and asymmetric oligoarthritis is the most common type. We describe the case of a patient with PA refractory to disease-modifying drugs, who developed drug-induced hepatitis after chemoprophylaxis with isoniazid, administered prior to the treatment with an anti-TNFα agent. Due to the risk of activating latent tuberculosis with the administration of anti-TNFα and hepatotoxicity onset caused by the TB treatment and based on the fact that the treatment of PA is similar to the treatment of rheumatoid arthritis, a decision was made to use the empirical treatment with abatacept. Approximately twenty days after the second infusion of the drug, the patient showed clinical improvement, resolution of the arthritis, almost complete disappearance of the skin lesions and improvement of anemia and inflammatory tests.

  8. Rygning--en risikofaktor for udvikling af reumatoid artritis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Christensen, Anne Friesgaard; Lindegaard, Hanne Merete; Junker, Peter

    2008-01-01

    Rheumatoid arthritis (RA) is a chronic disabling inflammatory joint disease of unknown aetiology. Genetic and environmental factors are implicated in its pathogenesis. We performed a literature search on MEDLINE, the Cochrane database and EMBASE on the interaction between smoking and RA. It is co...

  9. Helbredsrelateret livskvalitet ved reumatoid artritis. Hvilke faktorer spiller ind?

    DEFF Research Database (Denmark)

    Linde, L.; Sørensen, J.; Østergaard, Morten

    2008-01-01

    Rheumatoid arthritis (RA) is a chronic inflammatory disease causing joint pain, loss of function and decreased health-related quality of life (HRQoL). HRQoL in RA patients is associated with several risk factors; in this paper the evidence relating to the most important risk factors is reviewed. ...

  10. Rituximab (MabThera) til behandling af aktiv reumatoid artritis

    DEFF Research Database (Denmark)

    El Fassi, Daniel; Nielsen, Claus Henrik; Bendtzen, Klaus

    2006-01-01

    Rituximab (RTX) is a murine/human monoclonal antibody to CD20, a protein expressed almost exclusively on human B-lymphocytes. RTX induces rapid and marked B-cell depletion with beneficial clinical effects in 1/3 to 1/2 of rheumatoid arthritis patients. Treatment is given as two iv. infusions with...

  11. Kønsforskelle ved autoimmune sygdomme illustreret ved reumatoid artritis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Danneskiold-Samsøe, Bente; Bartels, Else Marie; Dreyer, Lene

    2007-01-01

    Many autoimmune diseases like rheumatoid arthritis (RA) show gender differences. RA is triggered by an interaction between genetic, hormonal, environmental and behavioural factors. 75% of cases are women under the age of 60; lover the age 60 the gender ratio is 1:1. Different genotypes predispose...

  12. Kønsforskelle ved autoimmune sygdomme illustreret ved reumatoid artritis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Danneskiold-Samsøe, Bente; Bartels, Else Marie; Dreyer, Lene

    2007-01-01

    for RA. Pregnancy often suppresses RA, as does oral contraception. Lactation, smoking (w), BMI > 30, heavy vibrations and certain dust particles (m) may trigger RA, while the effect of male hormones is uncertain. Future prevention should focus on environment, behavioural factors and genetic profiling....

  13. EFEK SUPLEMENTASI OMEGA-3 PADA PENDERITA ARTRITIS REUMATOID

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reviana Christiani

    2012-11-01

    Full Text Available Effects of Omega-3 Supplementation on Patients With Rheumatoid Arthritis.A study on omega-3 supplementation was conducted to women of 55-90 years old with active rheumatoid arthritis who stay at home for elderly (in six nursing home in Bogor. The objective of this study is to see the effects of omega-3 supplementation on patients with active rheumatoid arthritis. Sixty subjects (respondents were devided into two groups. The first group, 30 respondents, were given an omega-3 capsuls (180 mg EPA and 120 mg DHA every day for two months; the second group, also 30 respondents, were given placebo capsules (equal. Data collected including identity of respondents, anthropometric, clinical status, radiology (rontgen, and blood sample analysis (LED and ARF. The results of this study showed that omega-3 supplementation proportionally decreased the quantity of patients with morning stiffness significantly, decreased the quantity of patients with joint swelling (not significant, failed inreducing the quantity of patients with joint pain, and failed in changing the value of RF (from + to - of patients. The omega-3 supplementation on patients with active rheumatoid arthritis also failed in decreasing the average of LED of the patients, and failed in changing the result of rontgen.Keywords: rheumatoid arthritis, EPA & DHA omega-3, supplementtaion, elderly.

  14. Perfil lipídico em pacientes adultos com artrite idiopática juvenil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Larocca Skare

    2013-08-01

    Full Text Available O processo inflamatório articular de uma criança com artrite idiopática juvenil (AIJ pode persistir na vida adulta. A inflamação tem sido ligada a distorções do perfil lipídico e à aterogênese acelerada. Neste trabalho, estudou-se o perfil lipídico de indivíduos adultos com AIJ, comparando-o ao de pessoas saudáveis. Foram recrutados 54 adultos com AIJ (57,3% poliarticular, 37% oligoarticular, 1,9% do subtipo entesítica e 3,7% do subtipo sistêmica e 54 indivíduos saudáveis para comparação de perfil lipídico. Nos adultos AIJ, coletaram-se dados sobre sexo, idade e idade de início da doença, presença de fator reumatoide (FR e fator antinuclear (FAN, HAQ (Health Assessment Questionnaire e tempo de doença. Observou-se que hipercolesterolemia, aumento de LDL e diminuição de HDL foram mais comuns em pacientes com AIJ do que nos controles (com P = 0,016; P < 0,0001 e P = 0,0008, respectivamente. Alterações no colesterol total (CT e no LDL foram mais comuns em indivíduos com início de doença mais tardio (P = 0,0017 para CT e P = 0,023 para LDL. Em todo o grupo de pacientes com AIJ nenhuma outra variável pode ser ligada à dislipidemia tal como presença de FR, FAN, duração de doença e HAQ (P = ns. Concluiu-se que pacientes adultos com AIJ apresentam um perfil lipídico com aumento de CT e de LDL, e diminuição de HDL em relação aos controles. Nenhuma característica clínica pode ser ligada a essa alteração, exceto idade de início da doença.

  15. Uso de rituximabe em adultos jovens com diagnóstico de artrite idiopática juvenil refratária ao tratamento convencional: relato de 6 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Sakamoto

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo A artrite idiopática juvenil (AIJ é a doença reumática mais frequente na infância. Sem terapia efetiva, os pacientes podem evoluir rapidamente para incapacidade funcional. Recentemente, a depleção dos linfócitos B surgiu como nova abordagem para o tratamento de doenças autoimunes, incluindo a AIJ. Descrevemos seis casos de pacientes com AIJ, acompanhados em um centro de referência em Reumatologia e Reumatologia Pediátrica, submetidos ao tratamento com rituximabe (RTX após refratariedade a três anti-TNF. Os pacientes receberam ciclos de RTX com duas infusões a cada seis meses. A resposta ao tratamento foi avaliada pelo DAS28, HAQ/CHAQ, avaliação global do médico e do paciente. Dos seis pacientes, quatro eram meninas (média de idade de início da doença: 6,1 anos; média de tempo de evolução de doença: 15,1 anos; média de idade ao receber RTX: 21,6 anos. Quatro pacientes pertenciam ao subtipo poliarticular (um fator reumatoide (FR negativo, três FR positivo, um com AIJ subtipo sistêmico com evolução poliarticular e um com artrite relacionada à entesite. Dos seis pacientes, cinco responderam ao tratamento e durante a evolução de 12 meses a resposta clínica foi mantida, embora não sustentada. No entanto, a descontinuação por reações infusionais motivou a suspensão do RTX em dois pacientes. O uso do RTX em AIJ é restrito aos casos refratários a outros biológicos e, mesmo tendo sido feito em um número pequeno de pacientes e de forma tardia, mostrou ser uma opção terapêutica eficaz.

  16. Associação entre achados ultrassonográficos e clínicos do quadril de pacientes com artrite idiopática juvenil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Bugni Miotto e Silva

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os achados ultrassonográficos do quadril em pacientes com artrite idiopática juvenil (AIJ e sua associação com sinais, sintomas e atividade da doença. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo retrospectivo com 92 pacientes com AIJ. Foram avaliados os subtipos da doença, a idade de início, o tempo de evolução, a atividade da doença e as manifestações clínicas do envolvimento do quadril. A avaliação ultrassonográfica foi realizada na rotina dos pacientes, e as imagens foram analisadas por dois ultrassonografistas cegos em relação às condições clínicas dos pacientes. RESULTADOS: Do total de 92 pacientes, 69,6% eram meninas, com média de idade de 12,4 ± 5,1 anos. Trinta e três (35,9% apresentaram subtipo oligoarticular persistente e trinta (32,6% poliarticular com fator reumatoide negativo. Quarenta e quatro (47,8% apresentaram sinal e/ou sintoma relacionado ao quadril. Vinte e nove (31,5% apresentaram alterações ultrassonográficas, com sinovite subclínica em 34,4%. As alterações ultrassonográficas se associaram com presença de sinais e/ou sintomas do quadril (P = 0,021, especialmente limitação articular (P = 0,006, mas não com atividade (P = 0,948 ou subtipo de doença (P = 0,108. Sinovite clínica se associou com comprometimento poliarticular (P = 0,002 e atividade de doença (P = 0,017. Não houve associação entre sinovite subclínica e as variáveis estudadas. CONCLUSÃO: O acometimento clínico do quadril na AIJ, especialmente a limitação articular, está associado à sinovite na avaliação por US, independente do subtipo e da atividade da doença. Os profissionais de saúde devem estar atentos à possibilidade de doença silenciosa com sinovite subclínica, que pode contribuir para a deterioração da articulação do quadril.

  17. Artrodesis C1C2 con tornillos transarticulares en artritis reumatoidea: experiencia y revisión de la literatura Artrodese C1 C2 com parafusos transarticulares em artrite reumatoide: experiência e revisão de literatura C1 C2 arthrodesis with transarticular screws in rheumatoid arthritis: experience and literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lyonel Beaulieu Lalanne

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Describir los resultados clínicos e imagenológicos utilizando la técnica de fijación C1 C2 con tornillos transarticulares y asas de alambre en pacientes portadores de AR en un seguimiento a largo plazo y revisar la literatura actual. MÉTODO: Entre los años 2002 y 2006, 11 pacientes (9 mujeres y 2 hombres con inestabilidad C1 C2 secundaria a AR fueron intervenidos quirúrgicamente. Se realizó fijación C1 C2 con tornillos transarticulares por vía posterior más asas de alambre y aplicación de injerto óseo autólogo de cresta ilíaca. Se registró Índice de Ranawat pre y posoperatorio, Distancia Anterior Atlas Odontoides (DAAO pre y posoperatorio, tiempo operatorio, días de hospitalización, complicaciones intra y posoperatorias y tiempo de consolidación radiológica, con un seguimiento promedio de 34 meses. RESULTADOS: Todos los pacientes presentaron mejoría del Índice de Ranawat en el postoperatorio. La DAAO preoperatoria promedio fue de 11,9 mm (DS ± 2,57, rango 7 a 16, y la DAAO postoperatoria promedio fue de 3 mm (DS ± 1,20, rango 2 a 6. El tiempo quirúrgico fue de 94 minutos en promedio y el promedio de días de hospitalización fue de 7 días. No se presentaron complicaciones intraoperatorias. Un caso presentó seroma de herida operatoria que requirió tratamiento quirúrgico. El tiempo de consolidación fue en promedio 14 semanas. CONCLUSIÓN: La artrodesis atlantoaxial con tornillos y amarras es una buena alternativa para el manejo de la inestabilidad C1-C2 en pacientes portadores de AR, consiguiendo buenos resultados clínicos e imagenológicos en un seguimiento a largo plazo.OBJETIVO: Apresentar a experiência com a técnica de fixação C1-C2 com parafusos transarticulares e cerclagem de fio metálico nos pacientes portadores de AR, assim como a revisão da literatura. MÉTODO: Entre os anos 2002 e 2006, 11 pacientes (9 mulheres e 2 homens com instabilidade C1-C2 e portadores de AR foram submetidos a tratamento cirúrgico. Foi realizada a fixação C1-C2 com parafusos transarticulares por via posterior e cerclagem com fio metálico e enxerto autólogo. O Índice de Ranawat pré e pós-operatorio foi registrado, assim como a distância anterior atlas-dontoide (DAAO, o tempo operatório, os dias de hospitalização, as complicações trans e pós-operatórias e o tempo de consolidação. O seguimento médio foi de 34 meses. RESULTADOS: Todos os pacientes apresentaram melhora do Índice de Ranawat no pós-operatório, a DAAO pré-operatória média foi de 11,9 cm (DP ± 2,57, variação de 7 a 16, e a DAAO pós-operatória média foi de 3 cm (DP ± 1,20, com a variação de 2 a 6. O tempo cirúrgico médio foi de 94 minutos e o período médio de de hospitalização foi 7 dias. Não foram observadas complicações intraoperatórias. Um paciente apresentou seroma de ferida operatória que necessitou de tratamento cirúrgico. O tempo de consolidação foi em média 14 semanas. CONCLUSÃO: A artrodese atlanto-axial com parafusos e cerclagem com fio metálico é uma boa alternativa no tratamento da instabilidade C1-C2 nos pacientes portadores de AR, proporcionando bons resultados clínicos e radiológicos.OBJECTIVE: Present the long term clinical and radiological results in C1-C2 transarticular screws technique with posterior wiring in RA patients and presenting the current literature review. METHODS: From 2002 to 2006, eleven patients (9 women and 2 men with RA and C1-C2 instability underwent C1-C2 arthrodesis with transarticular screws plus posterior wiring and autologous iliac crest bone graft. A retrospective chart and radiographic review was performed. Ranawat Index was recorded in pre- and post-operative, as well as anterior atlantodental interval (AADI, operating time, days of hospitalization and complications. The mean follow up (FU was 34 months. RESULTS: All patients presented improved Ranawat Index at follow up. Average pre-operative AADI was 11,9mm (SD ± 2,57, range 7 to 16. Average post-operative AADI was 3mm (SD ± 1.20, range 2 to 6. The average operating time was 94 minutes and the average days of hospitalization was 7 days. No intra-operative complications were found. Post-operative seroma was found in one case and surgical drainage was required. All patients achieved solid fusion at 14 weeks in average. CONCLUSIONS: C1-C2 arthrodesis with transarticular screws plus posterior wiring and autologous bone graft is a good alternative for atlantoaxial instability due RA, with good clinical and radiographic outcomes.

  18. Artrite séptica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Anderson Martinho Mocambique

    2014-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Pioartrite ou Artrite séptica é toda infecção por bactéria piogênica na cavidade articular. A artrite séptica pode ser classificada como gonocócica e não gonocócica.A artrite séptica é considerada uma emergência ortopédica.Na artrite séptica não gonocócica o micro-organismo atinge a articulação da seguinte forma; via hematogênica (maior numero de casos ou por contiguidade. A primeira por inoculação direta do agente e segunda por disseminação de infecção, como osteomielite, próxima a articulação.OBJETIVO: Discutir a importância do conhecimento acerca sintomatologia da artrite séptica com a finalidade de proporcionar ao paciente um atendimento mais rápido e eficaz. RELATO DE CASO: manejo de um paciente de 12 anos com queixa de dor em membro inferior direito de caráter limitante e febre. Há mais de sete dias. DISCUSSÂO: Em indivíduos de diferentes idadesa historia clinica de claudicação e quadro febril em geral merece uma investigação mais detalhada.

  19. Avaliação da eficácia de um antagonista do receptor do peptídeo liberador da gastrina em modelos experimentais de artrite

    OpenAIRE

    Patricia Gnieslaw de Oliveira

    2011-01-01

    O peptídeo liberador da gastrina (GRP) é o homologo mamífero da bombesina (BN). Ambos GRP e seus receptores têm sido encontrados na sinóvia de pacientes com artríte reumatoide. O receptor do peptídeo liberador da gastrina (GRPR) pode ser considerado como um alvo terapêutico para doenças inflamatórias. RC-3095 é um antagonista do receptor de GRP. Este estudo avaliou os efeitos anti-inflamatórios do RC-3095, um antagonista específico do receptor do peptídeo liberador da gastrina, em dois modelo...

  20. Queratitis ulcerativa periférica bilateral en paciente con artritis reumatoide: tratamiento con infliximab

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente Aldasoro-Cáceres

    2017-01-01

    Discusión: La PUK es una enfermedad rara, pero a tener en cuenta en los pacientes con AR. En la mayoría de los casos, el tratamiento de fondo debe ser intensificado; en este sentido deben considerarse los tratamientos biológicos por su eficacia y efecto rápido de acción.

  1. Overdødelighed af hjerte-kar-sygdomme ved reumatoid artritis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Lindhardsen, Jesper; Gislason, Gunnar Hilmar; Ahlehoff, Ole

    2011-01-01

    The cardiovascular morbidity and mortality are increased in rheumatoid arthritis and probably equal those of patients with type 2 diabetes mellitus. The European League Against Rheumatism has recently provided evidence-based guidelines for cardiovascular risk management in patients with rheumatoi...

  2. Antiperinucleaire factor; een nieuwe serologische reactie voor de diagnostiek van reumatoide arthritis

    NARCIS (Netherlands)

    Nienhuis, Roelof Lydius Fokke

    1965-01-01

    SAMENVATTING In dit proefschrift wordt een onderzoek beschreven dat werd verricht naar de aard en het voorkomen van een tot dusver onbekende factor in het serum van bepaalde patienten, In hoofdstuk I wordt een overzicht gegeven van de gebruikte methoden en materialen. De uitvoering van de

  3. Diagnose in beeld (57). Tenosynoviale zwelling met cholesterolkristallen bij reumatoide artritis

    NARCIS (Netherlands)

    Jacobs, J. W.; Bijlsma, J. W.

    2001-01-01

    In a 69-year-old female patient with erosive rheumatoid arthritis for 8 years, aspiration of a tenosynovial swelling on the dorsum of the right wrist yielded a puslike substance with many birefringent platelike cholesterol crystals

  4. Avaliação da preferência alimentar em modelo de poliartrite induzida por colágeno

    OpenAIRE

    Eduarda Correa Freitas

    2014-01-01

    Introdução: Artrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica associada a alterações no metabolismo proteico e energético. Objetivos: Investigar a preferência alimentar durante o desenvolvimento da inflamação crônica em ratas com artrite induzida por colágeno. Métodos: Ratas Wistar fêmeas foram alocadas em dois grupos: controle (CO, n=10) e artrite induzida por colágeno (CIA; n=11) e expostas simultaneamente a quatro diferentes dietas (padrão, hipercalórica, hiperlipidica e hiperproteica)....

  5. The risk/benefit profile of biologic drugs in real-world rheumatology practice. From ANTARES to MonitorNet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.M. Montecucco

    2011-09-01

    Full Text Available Le principali artriti croniche ad eziopatogenesi immunoflogistica, nelle quali trovano applicazione i farmaci “biologici” (v. oltre sono la reumatoide e le sieronegative: artrite psoriasica, spondilite anchilosante, artriti reattive ed artriti “enteropatiche” (1-7. L’artrite reumatoide (AR è una malattia cronica progressiva delle articolazioni associata a significativa morbilità, deformità e riduzione della qualità di vita. La prevalenza nella popolazione, a livello mondiale, è compresa tra 0,3 ed 1%. Pur interessando in modo elettivo le articolazioni, l’AR è una malattia sistemica che può condurre a severa disabilità ed a complicanze talora fatali. La terapia farmacologica tradizionale si basa su varie combinazioni di farmaci definiti sintomatici, come gli anti-infiammatori non-steroidei (FANS, gli analgesici ed i corticosteroidi e quelli “di fondo” chiamati correntemente DMARDs (disease modifying anti-rheumatic drugs...

  6. Behandlingseffekten på reumatoid artritis for de tre eksisterende tumornekrosefaktor-alpha-haemmende behandlinger. Metaanalytisk litteraturstudie--sekundaerpublikation

    DEFF Research Database (Denmark)

    Christensen, Robin; Kristensen, Lars Erik; Geborek, Pierre

    2009-01-01

    Absolute treatment efficacy (via number needed to treat) of rheumatoid arthritis for each of the three available anti tumour necrosis factor alpha inhibiting therapies. Our aim was to indirectly compare the long-term efficacy of the available anti-tumour necrosis factor (TNF) therapies in patient...

  7. Terapias Biológicas en Artritis Reumatoide: Análisis coste-efectividad de las alternativas terapéuticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Fernández Pérez

    2012-12-01

    Conclusions: As there is no study showing superiority of any of these drugs against the others in efficacy and safety, there should be a proper medicine selection that would ensure saving both material and personnel resources. It is important to consider certain factors such as administration frequency, possibility of lengthening the dosing interval, determinations of antibodies to drugs and diagnostic evaluations to improve the effectiveness / efficiency rate of treatments,in order to avoid a possible "therapeutic exhaustion ".

  8. Primeiro caso de febre maculosa brasileira branda associada à artrite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgínia Lucia Nazario Bonoldi

    2014-06-01

    Full Text Available Descrevemos o primeiro caso brasileiro de Riquetsiose branda, agravada por monoartrite em joelho, em adulto jovem picado por carrapato na perna esquerda na região de Camburi, localizada no município de São Sebastião, sul da região costeira do estado de São Paulo, Mata Atlântica, Brasil. O paciente apresentou uma escara de inoculação no local da picada do carrapato, associada ao aumento ganglionar em virilha esquerda, febre, poliartralgia, cefaleia e erupção macular. Vinte dias após o episódio da picada de carrapato, o paciente apresentou monoartrite em joelho direito. O diagnóstico de Riquetsiose branda foi estabelecido pela análise imunológica sequencial em amostras de soro e líquido sinovial, tendo sido empregada a técnica de imunofluorescência (IF indireta para anticorpos reativos contra Rickettsia parkeri e Rickettsia rickettsii. A Riquetsiose branda é uma zoonose emergente, que deve ser investigada pelos médicos, incluindo reumatologistas, em pacientes que apresentem erupção macular, febre e, eventualmente, artrite, após visita ao sul da região costeira da Mata Atlântica no Brasil.

  9. Artrite crônica e periodontite Chronic arthritis and periodontitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Silva Farah Ferreira Braga

    2007-08-01

    Full Text Available Como parecem existir similaridades entre os mecanismos patogenéticos de doenças reumatológicas, como a artrite reumatóide e a artrite idiopática juvenil com a periodontite, alguns estudos têm sido publicados com o objetivo de levantar evidências de uma possível inter-relação entre essas condições. A artrite reumatóide parece modular a resposta imune do hospedeiro, podendo aumentar a suscetibilidade à doença periodontal destrutiva em adultos. Recentemente, evidenciou-se que também pacientes com artrite idiopática juvenil possuíam maior suscetibilidade à doença periodontal destrutiva comparados a indivíduos saudáveis da mesma idade. No entanto, ainda se desconhecem os mecanismos que justificariam uma hipótese de associação entre essas condições crônicas inflamatórias. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi promover uma revisão da literatura sobre uma possível relação entre artrite crônica e periodontite.As similarities between pathogenetic mechanisms concerning rheumatic diseases, such as rheumatoid arthritis and juvenile idiopathic arthritis, with periodontitis may exhist, some studies have been published with the objective of showing evidences of a possible relationship between these conditions. Rheumatoid arthritis seems to modulate the host's immune mechanisms and may increase the susceptibility of adults to destructive periodontal disease. Recently evidences showed that also patients with juvenile idiopathic arthritis had an increased susceptibility to destructive periodontal disease compared to healthy individuals of the same age. Nevertheless the mechanisms of association of these chronic inflammatory conditions remain unclear. So, this study aims to review literature concerning a possible relationship between chronic arthritis and periodontitis.

  10. Disfunção Temporomandibular como Síndrome Inaugural de Artrite Idiopática Juvenil

    OpenAIRE

    Ribeiro, N; Fonseca, L; Fernandes, F; Pinheiro, J; Proença, F

    2016-01-01

    A artrite idiopática juvenil abrange um grupo vasto de doenças articulares inflamatórias de causa desconhecida, com aparecimento antes dos 16 anos de idade. A articulação temporomandibular está envolvida na Artrite Idiopática Juvenil em mais de 80% dos casos, embora assintomática em 70% destes. Este trabalho relata um caso de uma doente de 15 anos, previamente saudável, com antecedentes de tratamento ortodôntico, que inicia sintomatologia de disfunção temporomandibular. Devido ao início sú...

  11. Impacto psicossocial da artrite idiopática juvenil no ambiente familiar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Flávia de Almeida Batista

    2007-05-01

    Full Text Available Introdução: A artrite idiopática juvenil (AIJ é uma doença crônica, raramente fatal, que exige adaptações dos familiares na presença de um membro doente. Objetivo: Avaliar o impacto dos pacientes com AIJ na vida familiar. Metodologia: Vinte e nove pacientes com AIJ e seus familiares foram estudados pela aplicação de questionários. Resultados: Dezenove pacientes eram mulheres e dez eram homens. A idade variou de 1 a 22 anos de idade. Trinta e um por cento dos casos tinham inicio de AIJ sistêmico; 20,6%, de AIJ oligoarticular;20,6% de AIJ poliarticular fator reumatóide negativo; 20,6% de AIJ poliarticular fator reumatóide positivo e 6,9% artrite relacionada à entesite. Foram observados problemas financeiros para cobrir gastos médicos. Em um terço dos casos, ocorreu perdas de horas de trabalho ou desemprego devido à doença da criança. Aproximadamente metade das famílias havia diminuído suas atividades de lazer. Conclusão: A AIJ é um importante impedimento para a vida normal do paciente afetado, causando distúrbios na família.

  12. Terapia nutricional na reabilitação das doenças crônicas osteoarticulares em idosos

    OpenAIRE

    Mazocco, Letícia; Chagas, Patrícia

    2016-01-01

    A osteoporose é a doença óssea mais comum em humanos, considerada um dos maiores problemas de saúde pública do mundo, devido a um aumento na expectativa de vida da população. É uma doença que, assim como a artrite reumatoide, a osteoartrite e a gota, tem relação com diversos fatores, entre eles, a nutrição. Este artigo é uma revisão que aborda a importância da dieta na prevenção e no tratamento das doenças crônicas osteoarticulares, em que destacamos as recomendações nutricionais em relação a...

  13. Incidência de neoplasias nas doenças reumatológicas autoimunes mais prevalentes: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Ismael Lacerda Machado

    2014-04-01

    Full Text Available O presente artigo é uma revisão sistemática da literatura que aborda a coexistência de neoplasias e doenças reumatológicas autoimunes, suas principais associações, tipos de cânceres e os possíveis fatores de riscos associados, com ênfase nos estudos de base populacional existentes, além de verificar a relação dessa ocorrência com o uso dos fármacos utilizados no tratamento de doenças autoimunes. Foi realizada uma busca de artigos científicos indexados na Cochrane/BVS, Pubmed/Medline e Scielo/Lilacs no período de 2002 a 2012. Também foi consultada a IBICT (biblioteca digital brasileira de teses e mestrados, com os descritores em português e inglês para as palavras: "Esclerose sistêmica", "Artrite reumatoide", "Lúpus Eritematoso Sistêmico" e "Síndrome de Sjögren", correlacionando cada um com o descritor AND "neoplasias". Os resultados mostraram que, na base de dados IBICT, preencheram os critérios de inclusão uma tese e uma dissertação para o descritor LES, nenhuma para AR e uma tese para SS. Na base de dados Lilacs/Scielo foram encontrados dois artigos sobre "Artrite Reumatoide" AND "neoplasias". No Pubmed/Medline, a busca inicial resultou em 118 artigos; destes, preencheram os critérios e foram secionados 41 artigos. Esta revisão observou relação entre neoplasias e as doenças reumatológicas autoimunes, tanto como fator de risco quanto de proteção, embora os mecanismos fisiopatológicos não estejam totalmente elucidados.

  14. [Criterios utilizados por médicos de atención primaria para el diagnóstico y derivación al reumatólogo del paciente con artritis reumatoide].

    Science.gov (United States)

    Xibillé-Friedmann, Daniel; Mondragón-Flores, Victor; de la Rosa, César Horcasitas

    2006-09-01

    Rheumatoid arthritis (RA), an important cause of disability, affects 1% of the population. Early diagnosis and referral to a rheumatologist are positive prognostic factor but diagnosis in many cases is in the hands of primary care physicians (PCP). To determine the criteria used by PCP for diagnosis of RA and referral of these patients to a rheumatologist; to evaluate how many cases can be classified as RA according to the ACR. Retrospective study of 530 patients referred by PCP and seen as outpatients at a rheumatology clinic in 2002. Patients with referral diagnosis of RA were identified and symptoms, signs, functional capacity and ACR criteria for RA were evaluated by 2 rheumatologists. 302 patients had a referral diagnosis of RA, 33 male (10.9%) and 269 female (89.1%), median age 50.5 years, with a median time since diagnosis of 45.2 months. 57.9% had FC stage II. 100% of cases had "generalized" joint pain, 67.5% arthritis of 3 or more joints and 51.7% arthritis of hand joints. Arthritis was symmetrical in 58.9% and 77.2% of the patients had morning stiffness (> 30 min). 49.7% of the cases had positive rheumatoid factor, 19.2% had a negative RF and 31.1% had none reported. In 2% ESR was measured. X-ray erosions were reported in 6.6% of cases. When using the ACR criteria, 17.8% of patients had 1, 28.7% had 2 and 53.5% had 3 or more criteria. In only 59 cases (20%) did the rheumatologist agree with the referral diagnosis of RA. 80% of PCP referrals of RA to the rheumatologist were another disease. A poor clinical evaluation and little support from laboratory and x-rays was noticed. The delay in diagnosis and referral was 3 years, worsening prognosis. A vigorous effort in educating PCP is needed to achieve early diagnosis and referral of RA cases. Copyright © 2006 Elsevier España S.L. Barcelona. Published by Elsevier Espana. All rights reserved.

  15. Observação de anemia hemolítica auto-imune em artrite reumatóide

    OpenAIRE

    Souza,Ricardo A. S.; Souza,Henrique F. S.; Rangel,Leandro V.; Nogueira,Luciana V. A.; Santiago,Mittermayer B.

    2003-01-01

    Artrite reumatóide é uma doença difusa do tecido conjuntivo que se caracteriza pelo acometimento articular e sistêmico. Disfunções hematológicas como anemia ocorrem em até 65% dos pacientes, sendo a anemia das doenças crônicas a forma mais comum. A anemia hemolítica auto-imune pode estar associada à difusa do tecido conjuntivo, sendo classicamente associada ao lúpus eritematoso sistêmico e fazendo parte dos seus critérios de classificação. A presença de anemia hemolítica auto-imune em artrite...

  16. Intervenções de enfermagem para o cuidado de pacientes com artrite: revisão integrativa da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniella Soares dos Santos

    2012-12-01

    Full Text Available Esta revisão integrativa buscou analisar a produção científica relacionada aos cuidados de enfermagem para pacientes com artrite. Foram incluídos 12 estudos experimentais, randomizados e controlados, publicados nas bases de dados CINAHL, MEDLINE, SciELO e LILACS, utilizando os descritores controlados "arthritis" e "nursing". Os resultados apontaram a efetividade de musicoterapia, estimulação elétrica neuromuscular, toque terapêutico e imagem guiada associada a relaxamento, para o tratamento da dor. Ser atendido por enfermeira especialista aumentou a satisfação com o atendimento, melhorou o impacto da doença e aumento a procura por serviços de saúde. Programas educativos específicos para portadores de artrite estimularam a prática de exercícios físicos e aqueles direcionados a pessoas com problemas crônicos em geral mostraram-se efetivos para controlar a dor e a incapacidade funcional. Concluímos que existe um conjunto de intervenções que podem subsidiar a prática de enfermagem baseada em evidências junto aos idosos com artrite.

  17. Intervenções de enfermagem para o cuidado de pacientes com artrite: revisão integrativa da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniella Soares dos Santos

    Full Text Available Esta revisão integrativa buscou analisar a produção científica relacionada aos cuidados de enfermagem para pacientes com artrite. Foram incluídos 12 estudos experimentais, randomizados e controlados, publicados nas bases de dados CINAHL, MEDLINE, SciELO e LILACS, utilizando os descritores controlados "arthritis" e "nursing". Os resultados apontaram a efetividade de musicoterapia, estimulação elétrica neuromuscular, toque terapêutico e imagem guiada associada a relaxamento, para o tratamento da dor. Ser atendido por enfermeira especialista aumentou a satisfação com o atendimento, melhorou o impacto da doença e aumento a procura por serviços de saúde. Programas educativos específicos para portadores de artrite estimularam a prática de exercícios físicos e aqueles direcionados a pessoas com problemas crônicos em geral mostraram-se efetivos para controlar a dor e a incapacidade funcional. Concluímos que existe um conjunto de intervenções que podem subsidiar a prática de enfermagem baseada em evidências junto aos idosos com artrite.

  18. Associação entre sintomas de insônia e artrite reumatóide em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Cuoghi de Carvalho Verissimo Freitas

    2013-08-01

    Full Text Available Esse estudo objetivou avaliar sintomas de insônia em idosos residentes na comunidade e sua associação com a artrite reumatóide. Estudo descritivo, de corte transversal, recorte do projeto multicêntrico Fragilidade em Idosos Brasileiros . Foram avaliados 689 idosos (68,9% mulheres, média de idade 72,2 anos utilizando-se questionário sociodemográfico e sobre condições clínicas, questões sobre sintomas de insônia (Perfil de Saúde de Nottingham e teste de rastreio para alterações cognitivas (Mini-exame do Estado Mental. Utilizou-se análise descritiva e análise de regressão logística múltipla, com nível de significância de 5%. A associação entre sintomas de insônia e artrite reumatóide manteve-se significativa na análise multivariada; outros fatores associados foram avaliação subjetiva da saúde muito ruim, não ser aposentado e apresentar depressão. Os profissionais da área da saúde devem investigar cuidadosamente a qualidade do sono noturno dos idosos acometidos por artrite reumatóide, dada sua elevada prevalência nessa população.

  19. Associação entre artrite idiopática juvenil e osteogenesis imperfecta: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blanca Elena Rios Gomes Bica

    2013-12-01

    Full Text Available Os autores relatam o caso de uma paciente de 53 anos que apresenta uma rara associação entre artrite idiopática juvenil (AIJ e osteogenesis imperfecta (OI, com acometimento poliarticular, incluindo a articulação temporomandibular. Apresentam uma revisão da literatura e uma discussão dos aspectos radiológicos do acometimento da referida articulação. Não foram encontrados relatos de casos com semelhante associação de doenças na literatura especializada.

  20. Órtese dinâmica integrando manufatura aditiva e robótica cooperativa/Dynamic orders integrating additive manufacture and cooperative robotics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Meirelles Carril Elui

    2017-09-01

    Full Text Available A evolução da artrite reumatoide (AR leva a perda da capacidade se estender ativamente os dedos. Nos casos avançados uma órtese mecânica passiva pode não ser satisfatória. Este trabalho apresenta a integração com um sistema motor aumentando o alcance da órtese na funcionalidade de indivíduo. Foi desenvolvido um projeto conceito de órtese assistida por servo motor que após otimizações avaliadas em bancada e com portador da deformidade apresentou resultados promissores quanto ao controle do motor e opinião positiva quanto ao uso da mão. Abstract The evolution of rheumatoid arthritis (RA leads to loss of the ability to actively extend the fingers. In advanced cases the mechanical orthosis may not be satisfactory. This work presents the integration with a motor system increasing the reach of the orthosis in the individual functionality. It was developed a concept project of servo-assisted orthosis that after optimizations evaluated in the bench and with deformity bearer presented promising results regarding the motor control and positive opinion regarding the use of the hand.Keywords: Orthosis, 3D Printing, Rheumatoid Arthritis, Servo motor, Rehabilitation ResumenLa evolución de la artritis reumatoide (AR lleva a la pérdida de la capacidad de extender activamente los dedos. En los casos avanzados la órtesis mecánica puede no ser satisfactoria. Este trabajo presenta la integración con un sistema motor aumentando el alcance de la órtesis en la funcionalidad de individuo. Se desarrolló un proyecto concepto de órtesis asistida por servo motor que después de optimizaciones evaluadas en bancada y con portador de la deformidad presentó resultados prometedores en cuanto al control del motor y opinión positiva en cuanto al uso de la mano.Palabras clave: Órtesis, Impresión 3D, Artritis reumatoide, Servo motor, Rehabilitación.

  1. Dois pares de irmãos com artrite idiopática juvenil (AIJ: relato de casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Cristina M.V. Robazzi

    2015-02-01

    Full Text Available Relato de casos de ocorrência de Artrite Idiopática Juvenil (AIJ em dois pares de irmãos acompanhados no serviço de reumatologia pediátrica da Universidade Federal da Bahia. O envolvimento genético na patogênese da AIJ está claro e o risco de recorrência entre irmãos corrobora esta contribuição. Um importante marco dessa descoberta envolve a confirmação da contribuição dos polimorfismos do complexo principal de histocompatibilidade (MHC na susceptibilidade ao desenvolvimento da AIJ. Apesar de muitos progressos, os inúmeros estudos existentes ainda não são capazes de explicar diversos mecanismos implícitos na patogênese da AIJ.

  2. Doença de Graves associada à artrite idiopática juvenil Graves' disease associated with juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa de Matos Santos Mendonça Marques

    2011-04-01

    Full Text Available Os autores relatam o caso de uma menina de 10 anos de idade com diagnóstico de doença de Graves (DG, em tratamento com propiltiouracil, que desenvolveu uveíte e artrite poliarticular e cuja mãe também tem DG e lúpus discoide. São discutidos os diagnósticos diferenciais de artrite inflamatória que surge em uma criança com doença tireoidiana autoimune medicada com drogas antitireóideas.The authors report the case of a 10-year-old girl with Graves' disease (GD, treated with propylthiouracil, who developed uveitis and polyarticular arthritis, and whose mother also had GD and discoid lupus. The differential diagnosis of inflammatory arthritis that appears in a child with autoimmune thyroid disease managed with antithyroid drugs is discussed.

  3. Prevalência de anticorpos contra peptídeos cíclicos citrulinados na artrite idiopática juvenil

    OpenAIRE

    Machado,Sandra H.; von Mühlen,Carlos A.; Brenol,João C. T.; Bisotto,Letícia; Xavier,Ricardo Machado

    2005-01-01

    OBJETIVOS: Avaliar a presença de anticorpos contra peptídeos cíclicos citrulinados em uma coorte de pacientes com artrite idiopática juvenil. MÉTODOS: A presença de anticorpos contra peptídeos cíclicos citrulinados foi avaliada por ensaio imunoenzimático (ELISA) no soro de pacientes com artrite idiopática juvenil com idade inferior a 18 anos, acompanhados no ambulatório de reumatologia pediátrica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, com tempo de diagnóstico de doença de, no mínimo, 6 mese...

  4. Observação de anemia hemolítica auto-imune em artrite reumatóide Observation of autoimmune hemolytic anemia in rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo A. S. Souza

    2003-01-01

    Full Text Available Artrite reumatóide é uma doença difusa do tecido conjuntivo que se caracteriza pelo acometimento articular e sistêmico. Disfunções hematológicas como anemia ocorrem em até 65% dos pacientes, sendo a anemia das doenças crônicas a forma mais comum. A anemia hemolítica auto-imune pode estar associada à difusa do tecido conjuntivo, sendo classicamente associada ao lúpus eritematoso sistêmico e fazendo parte dos seus critérios de classificação. A presença de anemia hemolítica auto-imune em artrite reumatóide é relatada raramente na literatura e os mecanismos etiopatogênicos para o seu desenvolvimento ainda não estão esclarecidos. Descrevemos um caso de artrite reumatóide no adulto e outro de artrite reumatóide juvenil que desenvolveram anemia hemolítica auto-imune e discutimos os prováveis mecanismos etiopatogênicos envolvidos.Rheumatoid arthritis is a connective tissue disease characterized by articular and systemic involvement. Hematological abnormalities such as anemia may occur in up to 65% of the patients, with chronic disease anemia being the commonest form. Autoimmune hemolytic anemia can be associated with different connective tissue diseases, particularly systemic lupus erythematosus and it is part of its classification criteria. On the other hand, the presence of autoimmune hemolytic anemia in rheumatoid arthritis has rarely been described in the literature and the pathogenic mechanisms for its development remain unclear. We describe here a case of rheumatoid arthritis and another of juvenile rheumatoid arthritis that developed to autoimmune hemolytic anemia and present the probable etiopathogenic mechanisms.

  5. Uveíte na artrite idiopática juvenil Uveitis in juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana M. Roberto

    2002-02-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a freqüência de uveíte anterior crônica em pacientes com artrite idiopática juvenil (AIJ e sua associação com a presença do fator antinúcleo (FAN. Casuística e métodos: foram avaliadas, retrospectivamente, 72 crianças com diagnóstico confirmado de AIJ, que tiveram avaliação oftalmológica através da biomicroscopia para exame da câmara anterior da úvea, determinação do FAN (imunofluorescência indireta e fator reumatóide (FR (prova do látex no período inicial da doença. Para os pacientes com FAN positivo, esta avaliação foi realizada a cada três meses, e, caso contrário, a cada seis meses.Resultados: dos 72 pacientes com AIJ, 40 (55,5% crianças eram do sexo masculino e 36 (50% caucasóides. A idade média de início da AIJ foi 6,4 anos (1 a 14 anos, e a idade média na época do estudo foi de 10,4 anos (1 a 19 anos. De acordo com o tipo de início da AIJ, em 32 (44,4% crianças era pauciarticular (17 meninos e 15 meninas, em 30 (41,6% era poliarticular (17 meninos e 13 meninas, e em 10 (14% era sistêmico (6 meninos e 4 meninas. A presença de uveíte anterior crônica foi detectada em cinco (6,5% crianças com idade média de 11,4 anos. Destas, quatro (80% eram do tipo de início pauciarticular (três meninas do tipo I, com FAN positivo, e um menino do tipo I, FAN negativo, e uma menina com doença poliarticular (FAN e FR negativos. Neste grupo, a idade de início da AIJ foi em média 5,1 anos (3 a 12 anos, e a idade de início da uveíte foi em média de 9 anos (4 a 16 anos. O FAN foi positivo em 3/5 pacientes (60% com uveíte. Dentre os pacientes com AIJ e sem uveíte (67 crianças, oito (12% apresentaram FAN positivo. Quanto à evolução dos pacientes com comprometimento ocular, três crianças tiveram apenas um episódio de uveíte, e duas crianças apresentaram quatro recorrências da uveíte com catarata sem atividade articular associada. A presença do FAN foi estatisticamente mais freq

  6. Nodulose acelerada na artrite reumatóide durante terapia com Leflunomida Accelerated nodulosis in rheumatoid arthritis during Leflunomide therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dario Júnior de Freitas Rosa

    2007-06-01

    Full Text Available Nodulose acelerada (NA é o desenvolvimento de um grande número de nódulos durante um curto intervalo de tempo em pacientes adultos com artrite reumatóide (AR soropositiva ou soronegativa. Esses nódulos são usualmente associados à terapia com o metotrexato. Existem três relatos de casos descritos de pacientes que desenvolveram NA periférica durante o tratamento com leflunomida. Descrevemos o caso de uma paciente de 60 anos com diagnóstico de AR soropositiva que desenvolveu o quadro de NA depois de quatro meses de terapia com leflunomida. Após um período de oito meses de interrupção do uso da droga, houve regressão completa da nodulose.Accelerated nodulosis is the development of a large number of nodules during a short time in adult patients presenting either seropositive or seronegative rheumatoid arthritis. These nodules are usually described as associated to methotrexate therapy. There have been three case reports of patients who developed peripheral accelerated nodulosis while receiving leflunomide. We describe a 60-years old woman with seropositive rheumatoid arthritis who developed accelerated nodulosis after four months receiving leflunomide therapy. The patient had a complete regression of the subcutaneous nodules eight months after cessation of leflunomide.

  7. Achados ultrassonográficos da glândula mamária de cabras naturalmente infectadas com o vírus da artrite encefalite caprina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.S. Vianna

    Full Text Available RESUMO A artrite encefalite caprina é uma virose que está distribuída mundialmente nos rebanhos. Na forma mamária, é predominante a mastite crônica, que pode causar assimetria e endurecimento do úbere, mais conhecida como mastite endurativa crônica, levando à redução na produção leiteira. A ultrassonografia é um bom método de avaliação da glândula mamária, pois consiste em uma técnica não invasiva, rápida e de fácil aplicação. Este estudo objetivou avaliar as características ultrassonográficas (escala de cinza, ecogenicidade e homogeneidade do parênquima mamário de 20 cabras sororreagentes e 20 não sororreagentes para o vírus da artrite encefalite caprina. Observou-se que o diâmetro médio dos linfonodos retromamários de animais sororreagentes (0,72cm para o vírus da artrite encefalite caprina foi menor (P=0,02 que o dos animais não sororreagentes (0,93cm. Na análise entre as porções do úbere, os valores da escala de cinza do terço distal da porção caudal do parênquima mamário foram maiores nos animais sororreagentes (P0,05, exibindo em sua maioria padrões hipoecoicos e heterogêneos. Diante dos resultados, o presente estudo aponta indícios de que a artrite encefalite caprina pode causar alterações na escala de cinza mensuráveis pela ultrassonografia, a qual pode ser utilizada como método auxiliar eficiente e não invasivo no monitoramento e diagnóstico precoce da mastite endurativa.

  8. The Anti-TNF-α Therapy in the Rheumatoid Arthritis A Terapia Anti-TNF-α na Artrite Reumatóide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Resende Faleiro

    2011-06-01

    Arthritis in our midst. This study aims at highlighting the importance of the emergence of new therapies in order to attenuate the progression of rheumatoid arthritis, and to analyze risk-benefit offered by their treatment and assess the feasibility and cost of the same. A Artrite Reumatóide é uma doença crônica, sistêmica, autoimune, de etiologia desconhecida, que envolve predominantemente as articulações sinoviais, o que pode acarretar deformidade e destruição das mesmas. Com a progressão da doença, os pacientes com Artrite Reumatóide desenvolvem incapacidade para realização de suas atividades tanto de vida diária como profissional, gerando um impacto econômico significativo para o paciente e para a sociedade. Embora a causa exata da Artrite Reumatóide permaneça desconhecida, estudos realizados ao longo das duas últimas décadas possibilitaram maior compreensão da patogenia desta doença. Este conhecimento vem permitindo o desenvolvimento de novas terapias usadas para tratar as formas mais graves da doença. O principal objetivo do tratamento é atingir a remissão, no entanto, quando este não for possível, espera-se a prevenção do dano articular e da perda da função e ainda redução da dor. As mais recentes estratégias para o tratamento da Artrite Reumatóide envolvem o diagnóstico precoce e o controle agressivo do processo inflamatório. O reconhecimento de citocinas pró-inflamatórias mais expressas como o fator de necrose tumoral α (TNF-α e interleucina (IL 1 e IL6 possibilitou o surgimento de novas terapias dirigidas contra essas citocinas alvos. O TNF-α é uma citocina pró-inflamatória que desempenha papel chave na resposta imune, na defesa contra microrganismos e no processo inflamatório. Agentes biológicos que inibem o TNF-α são considerados eficazes na redução da atividade e no retardamento do dano estrutural articular na Artrite Reumatóide, em especial nas formas refratárias aos tratamentos convencionais. Atualmente

  9. Ultra-sonografia na artrite reumatóide: aplicabilidade e perspectivas Ultrasonography in rheumatoid arthritis: applicability and expectations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloy de Ávila Fernandes

    2008-02-01

    Full Text Available Este trabalho realiza uma revisão bibliográfica sobre o papel do ultra-som (US no diagnóstico precoce da artrite reumatóide (AR, sua utilização no tratamento destes pacientes e sua utilidade na avaliação da resposta ao tratamento. A AR é uma doença inflamatória crônica que, quando não diagnosticada e tratada adequadamente, pode levar à deformidade física e à incapacidade para o trabalho. A introdução precoce das drogas modificadoras da doença (DMCD, sejam elas tradicionais ou mais novas (agentes biológicos, pode modificar a evolução da doença. Para tanto, o diagnóstico da AR precisa ser feito o mais rápido possível. O US é um método que possibilita o estudo das articulações e pode mostrar sinais de atividade inflamatória, especialmente a sinovite. Técnicas como o estudo com Doppler colorido e o Doppler de amplitude podem ajudar na avaliação de atividade da doença, diferenciando tecido inflamatório ativo (pannus de inativo. Outros achados como erosões, alterações tendíneas, bursites, cistos sinoviais e derrames articulares também podem ser encontrados. Esta revisão, no entanto, demonstra que métodos de quantificação da atividade inflamatória ainda precisam ser estabelecidos no US.This review discusses the usefulness of ultrasound in the early diagnosis of reumathoid arthritis, its utilization in these patients treatment and its utility in evaluation of the response to treatment. Reumathoid arthritis is a chronic disease that when it is not promptly diagnosed it can cause physical deformity and disability to work. The early introduction of disease modifying antirheumatic drugs (DMARDs, no matter traditional or newer (biologic agents, may modify the disease outcome. In order that , the diagnosis of RA must be made as soon as possible. Ultrasound makes possible to study the joints and can show signs of inflammatory activity, especially synovitis. Color Doppler and power Doppler can help differentiate

  10. Vírus da artrite encefalite caprina: isolamento e caracterização de parte do gene gag

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.P. Lima

    2004-04-01

    Full Text Available Amostras de sangue de 12 animais soropositivos pelo teste de imunodifusão em gel de agarose e que não apresentavam sinais clínicos sugestivos de infecção pelo vírus da artrite-encefalite caprina (CAEV foram coletadas para isolamento viral. Mácrofagos derivados de monócitos foram co-cultivados com células de membrana sinovial caprina (MSC, resultando em cinco amostras que apresentaram efeito citopático característico do tipo persistente, semelhante ao observado para o CAEV. Uma técnica de reação em cadeia de polimerase (PCR foi padronizada para amplificar parte do gene gag do genoma pró-viral, codificante para a proteína do capsídeo viral (p25. As cinco amostras foram amplificadas pela PCR e três delas, BR-UFMG/PL1, BR-UFMG/PL2 e BR-UFMG/PL3, foram seqüenciadas diretamente dos seus produtos de PCR. O alinhamento múltiplo das seqüências obtidas com outras de lentivírus de pequenos ruminantes (LVPR, obtidas no GenBank, e o dendrograma revelaram que as novas amostras de CAEV são únicas e distintas das demais amostras de LVPR, possuindo maior identidade de nucleotídeos e aminoácidos entre si e com as amostras de CAEV do que com a do vírus maedi-visna.Blood samples from 12 seropositive animals by agar gel immunodifusion test (AGID showing no evident clinical signs of disease were taken to attempt caprine arthritis-encephalitis virus (CAEV isolation. Monocyte-derived macrophages were co-cultured with goat synovial membrane cells (GSM resulting in five virus isolations, which presented cytophatic effects of the persistent type, resembling those observed for CAEV. A polymerase chain reaction (PCR assay was designed to amplify a portion of the gag proviral gene coding for the major core protein (p25. All of the five isolates were amplified by this PCR and three of them named BR-UFMG/PL1, BR-UFMG/PL2 and BR-UFMG/PL3, were sequenced directly from their PCR products. Multiple sequence analysis and a dendrogram including other

  11. Hanseníase virchowiana associada ao uso de inibidor do fator de necrose tumoral α: relato de caso Lepromatous leprosy associated with the use of anti-TNF α therapy: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele S Freitas

    2010-06-01

    Full Text Available A terapia anti-TNFα tem sido amplamente utilizada em diversas artropatias inflamatórias crônicas, em especial artrite reumatoide (AR. No entanto, há preocupações quanto à segurança e ao risco de doenças infecciosas nos pacientes. O objetivo deste artigo é descrever um caso de hanseníase, forma virchowiana, em paciente com AR em uso de terapia anti-TNFα. Dessa forma, a vigilância dos eventos adversos deve ser rigorosa, especialmente no que diz respeito às doenças infecciosas. É recomendada investigação apropriada de lesões cutâneas em paciente recebendo terapia anti-TNFα, visto que o quadro clínico inicial pode ser inespecífico, especialmente em regiões endêmicas como o Brasil.TNF blockers have been used in the treatment of several types of chronic inflammatory arthritis, especially rheumatoid arthritis. However, many doubts regarding the safety and high risk of infectious diseases in these patients remain. The main objective of this report was to present a case of lepromatous leprosy in a rheumatoid arthritis patient using TNF blockers. The development of adverse events should be rigorously observed, especially those related to infectious agents. Thus, appropriate investigation of skin lesions in patients receiving anti-TNFa therapy is recommended, as the initial clinical manifestation may be unusual, particularly in endemic regions in Brazil.

  12. Síndrome de Felty e Calazar: um desafio para o reumatologista Felty's syndrome and Kala-azar: a challenge for the rheumatologist

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaela Bicalho Viana

    2010-12-01

    Full Text Available Os autores relatam o caso de uma paciente com artrite reumatoide que evoluiu com grave neutropenia e esplenomegalia, sendo firmado o diagnóstico de Síndrome de Felty, que posteriormente desenvolveu Calazar. Ambas têm apresentação clínica e laboratorial semelhantes, tornando o diagnóstico diferencial difícil. O relato deste caso objetiva chamar a atenção para o reconhecimento da infecção por leishmaniose visceral em pacientes portadores de doenças reumáticas, assim como a possibilidade de um paciente com Calazar mimetizar um quadro de doença reumática sistêmicaCase report of a patient with rheumatoid arthritis who developed severe neutropenia, splenomegaly and was diagnosed with Felty's syndrome. The patient later developed Kala-azar. Both diseases have similar clinical and laboratory presentation, making the differential diagnosis difficult. The present case report aims at drawing attention to the identification of visceral Leishmaniasis infection in patients with rheumatic diseases, as well as possibility of a patient with Kala-azar mimicking a set of symptoms of systemic rheumatic disease

  13. “Like a virgin”: Absence of rheumatoid arthritis and treponematosis, good sanitation and only rare gout in Italy prior to the 15th century

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Coppa

    2011-09-01

    Full Text Available Origin of disease has special interest for rheumatologists, for whom absence of etiologic information generally mandates empirical approaches. Hypotheses have been offered that rheumatoid arthritis and syphilis were New World diseases, only transmitted to the Old World subsequent to the passages of Christopher Columbus (1-7. The pertinent search is for polyarticular erosive disease, sparing axial joints (8-10 and for oligostotic or polyostotic periosteal reaction (3, 4. The phenomenon of interest is not the focal periosteal reaction that occurs secondary to trauma (9, 10, but rather the more diffuse reaction indicative of pres- “Like a virgin”: Absence of rheumatoid arthritis and treponematosis, good sanitation and only rare gout in Italy prior to the 15th century “Come una vergine”: in Italia, niente artrite reumatoide o sifilide, solo poca gotta, e buona sanità prima del XV secolo BM. Rothschild1, A. Coppa2, PP. Petrone3 1Arthritis Center of Northeast Ohio, Youngstown, OH; Department of Internal Medicine, Northeast Ohio Universities College of Medicine, Rootstown, OH; Department of Biomedical Engineering, University of Akron, Akron, OH; Department of Earth Sciences, Carnegie Museum of Natural History, Pittsburgh, PA; 2Dipartimento di Biologia Animale e dell'Uomo, Sede di Antropologia, Università di Roma “La Sapienza”, Roma; 3Museo di Antropologia, Centro Musei di Scienze Naturali, Università di Napoli “Federico II”, Napoli RUBRICA LA REUMATOLOGIA NELLA LETTERATURA… Reumatismo, 2004; 56(1:61-66 Reumatismo, 2004; 56(1:61-66 RIASSUNTO Obiettivi: Lo studio è stato condotto con lo scopo di compiere alcune valutazioni e di verificare, anche indirettamente, una serie di ipotesi: 1. che l’artrite reumatoide e la sifilide siano malattie originate nelle Americhe e che siano state trasmesse nel Vecchio Continente successivamente ai viaggi di Cristoforo Colombo; 2. che l’intossicazione da piombo, causa di iperuricemia e quindi di

  14. A lesão muscular na miastenia grave: estudo de 17 casos com histoquimica muscular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lineu Cesar Werneck

    1982-03-01

    Full Text Available Estudo de 17 biópsias musculares de pacientes com miastenia grave, utilizando técnicas de coloração a fresco e histoquímica muscular. Foram encontradas 15 biópsias musculares anormais, sendo que as principais alterações foram fibras musculares angulares escuras atróficas, excesso de gotículas de gordura na membrana externa das fibras, variação no diâmetro das fibras e atrofia de fibras do tipo II. Os achados foram interpretados como denervação em 11 biópsias, atrofia de fibras do tipo II em 7, infiltrado linfocitário em 4, necrose de fibras musculares com fagocitose em 1 e em 2 biópsias não foi encontrada qualquer anormalidade. Quanto maior o tempo de doença, mais severa foi a anormalidade encontrada. Dois pacientes apresentavam timoma, um miastenia grave congênita, um artrite reumatoide, um neurite hipertrófica intersticial, um tireoidite de Hashimoto e um com síndrome miastênica concomitante. São discutidos os achados anatomopatológicos e sua possível explicação.

  15. Síndrome de ativação macrofágica em paciente com artrite idiopática juvenil sistêmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Carolina Faria Moreira Gomes Tavares

    2015-02-01

    Full Text Available A síndrome de ativação macrofágica (SAM é uma doença rara e potencialmente fatal, normalmente associada às doenças reumáticas crônicas, em especial a artrite idiopática juvenil. É incluída no grupo das formas secundárias de síndrome hemofagocítica, cujas outras causas podem ser as doenças linfoproliferativas e infecções. As manifestações clínicas e laboratoriais mais importantes são a febre não remitente, esplenomegalia, hemorragias, disfunção hepática, citopenias, hipoalbuminemia, hipertrigliceridemia e hiperferritinemia. O tratamento deve ser iniciado rapidamente, e a maioria dos casos responde bem aos corticosteroides e à ciclosporina (CSA. O vírus Epstein-Barr (EBV é descrito como possível gatilho para muitos casos de SAM, especialmente naqueles em tratamento com bloqueadores do fator de necrose tumoral (TNF. Nos casos refratários ao tratamento convencional, etoposide (VP16 deve ser administrado, em associação com corticosteroides e CSA. Nosso objetivo foi descrever um caso raro de síndrome hematofagocítica provavelmente secundária à infecção pelo vírus Epstein-Barr (EBV, em paciente com artrite idiopática juvenil sistêmica, confirmada pelas manifestações clínicas e laboratoriais típicas, mielograma e sorologia positiva contra o EBV, que atingiu remissão completa após inclusão no protocolo de tratamento HLH-04.

  16. Síndrome metabólica e artrite idiopática juvenil Metabolic syndrome and juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarisse de Almeida Zanette

    2010-04-01

    Full Text Available A Artrite Idiopática Juvenil (AIJ é a artropatia crônica mais prevalente na infância e na adolescência. A prevalência da síndrome metabólica, assim como da obesidade, vem apresentando rápido aumento, atingindo todas as faixas etárias, inclusive a infância. A síndrome metabólica é caracterizada por um conjunto de riscos para doença cardiovascular e diabetes melito tipo 2, abrangendo adiposidade abdominal, resistência à insulina, dislipidemias e hipertensão arterial sistêmica. Além desses componentes, a inflamação tem sido reconhecida cada vez mais como um fator importante na síndrome metabólica e na obesidade, e pacientes com doenças caracterizadas por processos inflamatórios crônicos, como a AIJ, poderiam representar grupos de risco especiais. Os glicocorticoides são utilizados rotineiramente no controle da inflamação da AIJ, em doses elevadas e com uso prolongado. O uso crônico do glicocorticoide pode induzir resistência à insulina, hipertensão arterial sistêmica e obesidade, aumentando o risco de desenvolver síndrome metabólica. O objetivo deste artigo é revisar a literatura sobre a prevalência dos diversos componentes da síndrome metabólica em pacientes com AIJ. Observamos que, nesses pacientes, os dados sobre síndrome metabólica e seus componentes são muito escassos e mais estudos se fazem necessários, tendo em vista o potencial impacto no aumento do risco de doença cardiovascular.Juvenile idiopathic arthritis (JIA is the most prevalent chronic arthropathy in childhood and adolescence. The prevalence of metabolic syndrome, as well as obesity, is increasing rapidly in all age groups, including children. Metabolic syndrome is defined as a cluster of risk factors for cardiovascular disease and type 2 diabetes mellitus, including abdominal obesity, insulin resistance, dyslipidemia and hypertension. Besides those components, inflammation has been increasingly considered as a significant component of

  17. Pain treatment in rheumatoid arthritis and evidence-based medicine

    OpenAIRE

    Neira, F.; Ortega, J. L.

    2006-01-01

    El objetivo ha sido la elaboración de un documento eminentemente práctico, basado en la evidencia científica disponible de mayor relevancia, que permita a los clínicos adoptar técnicas diagnósticas y medidas terapéuticas eficaces, en la Artritis Reumatoide (AR), adecuadamente fundamentadas. Se ha realizado una búsqueda sistemática en Internet, utilizando el término "rheumatoid arthritis" y "artritis reumatoide", en los diferentes grupos de elaboración y almacenamiento de guías de práctica clí...

  18. Prevalência de anticorpos contra peptídeos cíclicos citrulinados na artrite idiopática juvenil The prevalence of anti-cyclic citrullinated peptide antibodies in juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra H. Machado

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a presença de anticorpos contra peptídeos cíclicos citrulinados em uma coorte de pacientes com artrite idiopática juvenil. MÉTODOS: A presença de anticorpos contra peptídeos cíclicos citrulinados foi avaliada por ensaio imunoenzimático (ELISA no soro de pacientes com artrite idiopática juvenil com idade inferior a 18 anos, acompanhados no ambulatório de reumatologia pediátrica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, com tempo de diagnóstico de doença de, no mínimo, 6 meses. Também foi estudada a presença do fator reumatóide IgM e do fator antinuclear em células Hep-2 RESULTADOS: Foram analisadas amostras séricas de 45 pacientes com artrite idiopática juvenil. A presença de títulos elevados de anticorpos contra peptídeos cíclicos citrulinados foi encontrada somente no soro de uma criança (2%, a qual apresentava quadro de poliartrite com fator reumatóide reagente. CONCLUSÕES: O anticorpo contra peptídeos cíclicos citrulinados pode ser detectado em crianças com artrite idiopática juvenil, mas em freqüência muito inferior aos adultos com artrite reumatóide. Torna-se importante avaliar se anticorpos contra peptídeos cíclicos citrulinados podem identificar os pacientes com artrite idiopática juvenil com potencial de evolução para artrite reumatóide do adulto.OBJECTIVES: To assess the presence of anti-cyclic citrullinated peptide antibodies in a cohort of patients with juvenile idiopathic arthritis. METHODS: Anti-cyclic citrullinated peptide antibodies was tested for with an enzyme linked immunoabsorbent assay (ELISA in serum samples of patients from the Hospital de Clínicas de Porto Alegre, all less than 18 years old and with previous diagnosis for at least 6 months. IgMRF (rheumatoid factor and antinuclear antibodies in Hep-2 cells were also assayed. RESULTS: Serum samples were analyzed from 45 patients. The presence of high levels of anti-cyclic citrullinated peptide antibodies was found

  19. Artroplastia total do quadril não cimentada em pacientes com artrite reumatóide Uncemented total hip arthroplasty in patients with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Tavares Rabello

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os resultados clínico-funcional e radiográfico das artroplastias totais do quadril não cimentadas em pacientes com artrite reumatóide. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 24 pacientes (28 quadris portadores de artrite reumatóide submetidos à artroplastia total do quadril, utilizando-se a prótese femoral não cimentada Secur Fit Osteonics®, com seguimento mínimo de dois anos. Clinicamente, os pacientes foram avaliados utilizando os critérios de Merle D'Aubigné, e os critérios de Engh, na avaliação radiográfica. RESULTADOS: O tempo médio de seguimento foi de 5,6 anos (dois anos a oito anos e 11 meses. Clinicamente, resultados bons e excelentes foram observados em 22 pacientes, com destaque para a melhora do parâmetro dor. Não foi evidenciado qualquer caso de afrouxamento. Complicações foram observadas em dois casos, um paciente apresentou trombose venosa profunda (TVP, comprovada com doppler, e um caso de fratura peroperatória distal ao calcar, tratada com cerclagem, sem repercussão na qualidade dos resultados clínico e radiográfico do paciente. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem, após seguimento médio de 5,6 anos, que a artroplastia total do quadril não cimentada pode ser opção satisfatória nas coxartroses de pacientes portadores de artrite reumatóide.OBJECTIVE: To analyze clinical, functional, and radiographic results of uncemented total hip arthroplasties in patients with rheumatoid arthritis. METHODS: Retrospective study of 24 patients (28 hips with rheumatoid arthritis submitted to total hip arthroplasty, using uncemented femoral prosthesis Secur Fit Osteonics®, with minimum follow-up of two years. The patients were clinically evaluated using the Merle D'Aubigné criteria and the Engh criteria in radiographic evaluation. RESULTS: Mean follow-up time was 5.6 years (two years to eight years and 11 months. Clinically, good and excellent results were observed in 22 patients, with emphasis on pain

  20. Síndrome CINCA: um diagnóstico diferencial da artrite idiopática juvenil CINCA syndrome: a differential diagnosis of the juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erica Naomi Naka

    2007-08-01

    Full Text Available A síndrome CINCA (crônico-infantil-neurológica-cutâneaarticular é uma enfermidade inflamatória multissistêmica rara, de início no período neonatal e caracterizada por febre, exantema cutâneo, envolvimento articular e do sistema nervoso central. É também conhecida pela literatura médica norte-americana como NOMID (doença multissistêmica inflamatória de início neonatal. Relatamos o caso de uma criança de 3 anos de idade admitida em nosso serviço com história de febre e exantema cutâneo desde o período neonatal. Apresentou crises convulsivas no sexto mês de vida e artrite simétrica de joelhos desde o nono mês. Na admissão, mostrava-se toxemiada, pálida, com um exantema maculopapular generalizado e artrite de joelhos e tornozelos. Apresentava ainda retardo de crescimento e desenvolvimento. Achados laboratoriais incluíram anemia, leucocitose, trombocitose, níveis elevados de proteína C reativa e meningite asséptica no exame do liquor. Os outros exames foram negativos. Os achados radiográficos dos joelhos, quadris e tornozelos foram anormais. A criança recebeu tratamento com antiinflamatório não hormonal, corticosteróide e metotrexato, com melhora apenas da dor e da febre. A etiologia da síndrome CINCA permanece desconhecida e nenhum tratamento tem se mostrado eficaz. Essa doença deve ser distinguida da forma sistêmica da artrite idiopática juvenil (AIJ, o principal diagnóstico diferencial.CINCA syndrome (chronic-infantile-neurological-cutaneousarticular is a rare multisystemic inflammatory disease with neonatal onset characterized by fever, skin rash, articular, and central nervous system involvement. This syndrome is known in the North American medical literature as infantile onset multisystem inflammatory disease (NOMID. We describe the case of a 3-yearold child admitted in our service with fever and skin rash since the neonatal period. She presented seizures at 6 months-old and bilateral arthritis of the

  1. Reabilitação em artrite idiopática juvenil Rehabilitation in juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Cristina Bueno

    2007-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO E OBJETIVOS: a artrite idiopática juvenil (AIJ pode acarretar em seu curso clínico incapacidades físicas permanentes em crianças e adolescentes. Este estudo teve como objetivos a des-crição das diversas modalidades de reabilitação, desde a avaliação até a prescrição de exercícios, bem como a elaboração de um guia prático de reabilitação para pacientes com AIJ. FONTE DE DADOS: a pesquisa foi realizada nas bases de dados do Medline e do Lilacs. Na discussão dos diversos tópicos, foi considerada a experiência dos especialistas em reumatologia pediátrica e reabilitação do Lar Escola São Francisco e da Universidade Federal de São Paulo. RESUMO: os pacientes com AIJ podem apresentar dor e limitação da amplitude de movimento articular e conseqüente diminuição da capacidade física, com comprometimento das capacidades aeróbia e anaeróbia. Não só o comprometimento articular, mas as disfunções cardíacas e autonômicas colaboram nesse processo, tendo como conseqüência uma baixa capacidade de executar atividades esportivas e atividades de vida diárias (AVDs. O American College of Rheumatology recomenda 30 minutos de atividade com intensidade moderada de duas a três vezes por semana. A hidroterapia está relacionada a uma maior aderência ao tratamento, além de auxiliar na diminuição da percepção dolorosa e dificuldade apresentada na realização das AVDs. As outras modalidades de reabilitação, tais como massagem, educação, proteção articular, conservação de ener-gia e órteses, também são discutidas nesta revisão. CONCLUSÃO: há poucos estudos na literatura sobre reabilitação em crianças com AIJ, especialmente no que se refere a temas como prescrição adequada de exercícios, cargas, número de séries e repetições, bem como qual a melhor opção a ser utilizada - solo ou piscina. Acreditamos que mais estudos científicos são necessários para que possamos prescrever

  2. Dental and facial characteristics of patients with juvenile idiopathic arthritis Características dentárias e faciais de pacientes com artrite idiopática juvenil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cynthia Savioli

    2004-01-01

    .OBJETIVO: A articulação temporomandibular é freqüentemente afetada pela artrite idiopática juvenil, e esta doença degenerativa, durante o crescimento facial, resulta em disfunção mandibular grave. No entanto, não há estudos que avaliam conjuntamente alterações na saúde oral (cáries e doenças gengivais e na articulação temporomandibular decorrentes da artrite idiopática juvenil. O objetivo deste estudo é avaliar a condição dentária e a função mandibular de pacientes com artrite idiopática juvenil tratados em um hospital escola. MÉTODO: Trinta e seis pacientes com artrite idiopática juvenil (26 meninas e 10 meninos foram submetidos a uma avaliação clínica sistemática de suas estruturas dentárias, orais e faciais (índice CPO-D, índice de placa e sangramento gengival, relação dentária, perfil facial e índice de Helkimo para articulação temporomandibular. O grupo controle foi composto por 13 crianças saudáveis. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes com diagnóstico de artrite idiopática juvenil foi 10,8 anos; o perfil facial convexo foi encontrado em 12 pacientes com artrite idiopática juvenil e relação molar classe II esteve presente em 12 deles (p=0,032. Os índices de placa e sangramento gengival foram significantes em pacientes com artrite idiopática juvenil que apresentavam maior número de articulações dos membros superiores comprometidas (p=0,055. Mordida aberta anterior (cinco e ruídos articulares (oito foram encontradas no grupo com artrite idiopática juvenil . Este grupo apresentou 94% dos pacientes com disfunção da articulação temporomandibular (p=0,017, além de amplitude mandibular diminuída (p=0,0002 e mobilidade mandibular gravemente comprometida em 33% (p=0,015. CONCLUSÃO: Este estudo confirma que pacientes com artrite idiopática juvenil: a têm alto índice de disfunção mandibular, que pode ser atribuído ao efeito direto da doença sobre a articulação temporomandibular e b maior índice de doen

  3. Panuveíte em artrite indiferenciada HLA-B27 positiva Panuveitis in HLA-B27 positive undifferentiated arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Sérgio Ferreira Santos

    2008-10-01

    Full Text Available Entre os vários tipos de inflamação ocular associados às doenças reumatológicas, a uveíte anterior é particularmente comum nas espondiloartropatias, em especial quando associada à presença do genótipo HLA-B27. Relatou-se o caso de um paciente com artrite indiferenciada HLA-B27 positivo, complicado com panuveíte e vasculite da retina, refratária ao tratamento imunossupressor tradicional, que obteve boa resposta clínica ao uso de anti-TNF-alfa.Among the several types of ocular inflammation associated to the rheumatic diseases, anterior uveitis is particularly common in the spondyloarthropathies, especially when associated to the presence of the HLA-B27 genotype. We report the case of HLA-B27 positive patient with undifferentiated arthritis, complicated with panuveitis and retinal vasculitis, that was refractory to the traditional imunossupressive treatment, and had a good clinical response with anti-TNF-alpha therapy.

  4. Consenso em reumatologia pediátrica: parte I - definição dos critérios de doença inativa e remissão em artrite idiopática juvenil/artrite reumatóide juvenil Consensus in pediatric rheumatology: part I - criteria definition of inactive disease and remission in juvenile idiopathic arthritis / juvenile rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Machado

    2005-02-01

    Full Text Available Não há critérios universalmente aceitos para a remissão clínica em artrite idiopática juvenil/artrite reumatóide juvenil (AIJ/ARJ. OBJETIVO: formar consenso sobre estes critérios. MÉTODOS: foi utilizado um inquérito pelo método Delphi para reunir os critérios vigentes e utilizados por especialistas em reumatologia pediátrica (RP no mundo todo. A análise dos resultados constituiu a base para uma Consensus Conference utilizando a nominal group technique (NGT para alcançar o consenso nas questões não resolvidas após a análise dos questionários deste inquérito. Cento e trinta RP de 34 países responderam ao inquérito e 20 RP de nove países elegeram os critérios durante dois dias, em processo de discussão estruturada, para formar consenso pela NGT. RESULTADOS: os critérios de doença inativa deveriam incluir: 1 nenhuma articulação com artrite em atividade; 2 ausência de febre, rash, serosite, esplenomegalia ou linfadenopatia generalizada atribuída à AIJ/ARJ; 3 ausência de uveíte em atividade; 4 VHS ou PCR negativas (se ambos forem testados, ambos devem ser normais; 5 a avaliação global pelo médico deve indicar o melhor escore possível, indicando doença inativa. CONCLUSÕES: de acordo com o voto de consenso, seis meses contínuos de doença inativa são necessários para se considerar um paciente em estado de remissão com medicação; 12 meses contínuos de doença inativa e sem medicação são necessários para considerar um paciente em estado de remissão sem medicação. O critério para remissão sem medicação deve prever com acurácia de 95% a probabilidade inferior a 20% de recaída em cinco anos.Validated and widely accepted criteria for clinical remission in JIA/JRA do not currently exist. OBJECTIVE: To achieve consensus in this matter. METHODS: The Delphi consensus-formation approach was used to gather the criteria in use by pediatric rheumatologists (PR worldwide. Results from the questionnaires

  5. Dados sorológicos sobre a presença e distribuição da artrite-encefalite caprina (CAE no Estado da Bahia , Brasil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Figueredo

    2005-03-01

    Full Text Available RESUMO: Para verificar a soroprevalência da artrite-encefalite caprina (Cae foram analisadas 1605 amostras de hemo-soros de caprinos pertencentes a rebanhos localizados em nove microrregiões geográficas e distribuídos em 24 municípios do Estado da Bahia, os quais nos foram enviados para exame no Laboratório de Viroses da Escola de Medicina Veterinária. A população estudada compreendeu animais de criatórios de leite e corte, de manejo intensivo, semi-intensivo e extensivo, das raças: alpina, anglo-nubiana, boer, mambrina, saanen, toggenburg e sem raça definida(SRD. Foram positivos ao teste de imunodifusão em ágar gel (IDAG 215 (13,4% hemo-soros de caprinos. Nas raças sanen, alpina e anglo-nubiana foram encontradas um maior número de animais positivos, respectivamente 77 (18,92%, 80 (16,06% e 49 (15,76%. Entre as amostras positivas a maior frequência foi de fêmeas 194 (90,23% e adultos 193 (89,77%. Os resultados obtidos comprovam a existência da CAE na região e a necessidade de novas pesquisas que avaliem o índice de infecção dos animais e as formas de prevenção e controle da doença, PALAVRAS CHAVE: Artrite – encefalite caprina, teste da imunidade, fusão em agar gel, doenças em caprinos SUMMARY: To verify the soroprevalency of the caprine arthritis-encephalitis (CAE 1605 samples of goats hemo-serums belonging to flocks located in nine geographical microrregiões were analyzed and distributed in 24 municipal districts of the State of Bahia. This samples were sent to Laboratory of Viruses of the Veterinary Medicine School to analysis. The studied population understood animals of herd of milk and court, of intensive, semi-intensive and extensive handling, of the races: alpine, anglo-nubiana, boer, mambrina, saanen, toggenburg and without race defined(SRD. They were positive to the agar gel imunodifusion test (IDAG 215 (13,4% goats hemo-serums. In the races

  6. PERCEPÇÃO E ENFRENTAMENTO DA DOR EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM FIBROMIALGIA JUVENIL E ARTRITE IDIOPÁTICA JUVENIL POLIARTICULAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa Mariti Fraga

    2018-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Mensurar e comparar a dor musculoesquelética em pacientes com fibromialgia juvenil (FMJ e em pacientes com artrite idiopática juvenil poliarticular (AIJ; e avaliar e comparar a percepção e o enfrentamento da dor. Métodos: Foram avaliados, em estudo transversal, 150 crianças e adolescentes (e seus respectivos pais, divididos em três grupos: FMJ, AIJ e controles saudáveis. A mensuração e o enfrentamento da dor foram realizados por meio de instrumentos específicos. Para a avaliação da percepção da dor, desenvolveram-se três vinhetas com simulação de situações que pudessem gerar dor: aplicação de injeção, queda de bicicleta e isolamento social. Os pais e os pacientes responderam individualmente quanto à percepção da dor em cada situação. Resultados: As maiores notas de dor, os menores escores de enfrentamento da dor, as maiores notas para a percepção da dor nas vinhetas e os piores índices de qualidade de vida relacionada à saúde foram observados nos pacientes com FMJ, quando comparados aos pacientes com AIJ e aos controles. O mesmo padrão foi observado com os respectivos pais. Conclusões: Pacientes com AIJ e FMJ se comportam diferentemente em relação à percepção da dor e ao desenvolvimento de técnicas para o enfrentamento da dor. A dor deve ser avaliada sob diferentes perspectivas para um planejamento mais individualizado e efetivo do tratamento desses pacientes.

  7. Doença intersticial pulmonar em doentes com artrite reumatóide: comparação com a alveolite fibrosante criptogénica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B.A. Rajasekaran

    2002-09-01

    Full Text Available RESUMO: Os autores efectuaram um estudo prospectivo longitudinal com o objectivo de comparar a história natural da alveolite fibrosante criptogénica (AFC com a doença do interstício pulmonar (DIP relacionada com a artrite reumatóide (AR.Seleccionaram 1 grupo de 18 doentes com AFC e um grupo de 18 doentes com AR e doença do interstício pulmonar. Ambos os grupos apresentavam idade, sexo e duração da doença semelhantes, tendo todos os doentes sido submetidos a uma avaliação clínica, estudo funcional respiratório e TAC torácica de alta resolução.Os resultados revelaram que, em termos clínicos, a dispneia apresentava uma evolução média de 30 meses até ao diagnóstico nos 2 grupos, sendo mais frequente o hipocratismo digital nos doentes apenas com AFC. A presença de Factor Reumatóide foi superior nos doentes com AR e, segundo estes autores, estava relacionada com um pior prognóstico a nível articular mas parecia ser um factor protector contra a fibrose pulmonar neste grupo.A nível de estudo funcional respiratório, os resultados foram praticamente sobreponíveis quer a nível do VEMS, capacidade vital e capacidade de difusão (DLCO nos 2 grupos de doentes.Radiologicamente, nos doentes com artrite reumatóide, a TAC revelou uma maior percentagem de alveolite (vidro despolido em 4 casos, tendo os restantes 14 doentes fibrose pulmonar estabelecida, tal como no outro grupo estudado. Os doentes com AR apresentavam ainda uma distribuição mais periférica das lesões pulmonares, ao contrário dos outros doentes, em que predominavam as alterações basais.Uma diminuição mais acentuada da DLCO correlacionou-se com a existência de fibrose em favo na TAC em ambos os grupos. COMENTÁRIO: A alveolite fibrosante criptogénica, sinónimo de fibrose pulmonar idiopática, possui um mau prognóstico, com uma sobrevida média aos 5 anos após o diagnóstico de cerca de 50%, e aos 10 anos de aproximadamente 20%.A incidência de doença do

  8. Komorbiditet ved marginal parodontitis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Holmstrup, Palle; Damgaard, Christian; Olsen, Ingar

    2017-01-01

    Nærværende artikel præsenterer en oversigt over den foreliggende væsentligste viden om sammenhængen mellem marginal parodontitis og en række medicinske sygdomme, herunder hjerte-kar-sygdomme, diabetes mellitus, reumatoid arthritis, osteoporose, Parkinsons sygdom, Alzheimers sygdom, psoriasis og...

  9. Perfil de utilización de los anti-factor de necrosis tumoral en pacientes de Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Machado

    2011-03-01

    Conclusiones. Los anti-TNF se emplearon a las dosis recomendadas, principalmente en artritis reumatoide y en combinación con otros antirreumáticos. El costo directo del tratamiento se consideró elevado para el sistema sanitario del país.

  10. Síndrome de ativação macrofágica associada com artrite idiopática juvenil sistêmica Macrophage activation syndrome associated with systemic juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Artur A. Silva

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características da síndrome de ativação macrofágica associada a artrite idiopática juvenil. DESCRIÇÃO DOS CASOS: Foram analisados retrospectivamente os prontuários de 462 pacientes com artrite idiopática juvenil. Destes, sete (1,5% pacientes desenvolveram síndrome de ativação macrofágica; todos tinham a forma sistêmica da doença. A mediana de idade de início da artrite idiopática juvenil foi de 3 anos e 10 meses, e a mediana do tempo de duração da artrite idiopática juvenil antes da síndrome de ativação macrofágica foi de 8 anos e 4 meses. Todos os pacientes apresentaram febre, icterícia, hepatoesplenomegalia, sangramentos, pancitopenia e elevação das enzimas hepáticas e dos tempos de coagulação e bilirrubina direta. Três casos apresentaram infecções associadas e um caso desenvolveu a síndrome de ativação macrofágica 2 semanas após a introdução de sulfasalazina. Três pacientes morreram. Proliferação macrofágica e hemofagocitose foram evidenciadas em cinco. A terapêutica da síndrome de ativação macrofágica incluiu pulsoterapia com metilprednisolona em todos, ciclosporina em três, plasmaférese em dois e gamaglobulina endovenosa em dois. COMENTÁRIOS: A síndrome de ativação macrofágica é uma complicação da artrite idiopática juvenil sistêmica com alta morbidade e mortalidade.OBJECTIVE: To describe the characteristics of macrophage activation syndrome associated with juvenile idiopathic arthritis. DESCRIPTION: This is a retrospective study involving 462 patients with juvenile idiopathic arthritis. Seven (1.5% of those patients suffered from systemic onset juvenile idiopathic arthritis and developed macrophage activation syndrome. The median age of the juvenile idiopathic arthritis onset was 3 years and 10 months and the median duration of juvenile idiopathic arthritis before macrophage activation syndrome was 8 years and 4 months. All of them presented with fever

  11. Infecção experimental em cabritos pelo vírus da artrite encefalite Caprine arthritis encephalitis virus experimental infection in new-born kids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.I.M.C. Guedes

    2001-02-01

    Full Text Available Vinte e quatro caprinos de uma semana de idade, soronegativos pela imunodifusão em gel de agar para artrite encefalite caprina (AEC, foram utilizados para estudo de infecção experimental pelo vírus da AEC. Dezesseis animais foram inoculados com lentivirus caprino, amostra Cork, oito pela via intravenosa e oito por instilação nasal. Oito animais serviram como controle, inoculados pelas vias intranasal ou intravenosa com 1ml de meio de cultura de células não infectadas. Os animais foram sacrificados aos 2, 6, 12 e 20 dias pós-inoculação (PI, e colhidas amostras do sistema nervoso central, articulações, tonsilas, linfonodos, pulmões, rins, timo, baço e intestinos delgado e grosso para histopatologia e imunoistoquímica. Um animal inoculado com o vírus da AEC pela via intranasal e sacrificado aos 20 dias PI apresentou imunomarcação positiva em um macrófago alveolar. Concluiu-se que a via aerógena é uma provável rota de infecção pelo vírus da AEC.The caprine arthritis encephalitis virus (CAEV experimental infection was studied in 24 one-week-old seronegative kids. Sixteen kids were inoculated with CAEV-Cork, with 10(6 TCID50/ml concentration, being eight inoculated intravenously, and eight intranasally. Eight animals were used as controls, being four inoculated intravenously, and four intranasally with non-infected cell culture medium. Since the day of the inoculation, clinical evaluation was performed daily, until the day of the sacrifice. Blood samples were taken for serological tests. The animals were killed in pairs at 2, 6, 12 and 20 days post-inoculation (PI and tissues samples of central nervous system, joints, tonsils, lymphonodes, lungs, kidneys, thymus, spleen, small and large intestine were collected for histopathological and immunohistochemical studies. One animal CAEV inoculated intranasally and killed at 20 days PI showed immunohistochemical positive reaction in an alveolar macrophage. It was concluded that

  12. Um caso de sinovite vilonodular do ombro em adolescente: diagnóstico por imagem e anatomopatológico A case of villonodular synovitis of the shoulder in an adolescent: imaging and pathologic diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Lavras Costallat

    2009-02-01

    Full Text Available Em quadros de monoartrite crônica devem ser investigadas doenças inflamatórias como a artrite reumatoide (AR, doenças infecciosas como a tuberculose e outras doenças que causem espessamento sinovial e derrame articular como sinovite vilonodular pigmentada (SVNP, hemangioma sinovial, osteocondromatose sinovial e lipoma arborescente sinovial. Relatamos o caso de uma jovem paciente com quadro de monoartrite em ombro, cujo exame por imagem mostrou sinovite e cujo exame histopatológico obtido através de artroscopia com biópsia revelou tratar-se de SVNP. RELATO DO CASO: J C M, 15 anos, sexo feminino, branca, estudante, foi encaminhada ao reumatologista com hipótese diagnóstica de artrite idiopática juvenil (AIJ pauciarticular. Apresentava, há um ano, dor no ombro D, que melhorava com o uso de anti-inflamatório não-esteroidal (AINE em dois dias. Teve nesse período de cinco a seis destes episódios que duravam poucos dias. Negava outras queixas articulares ou sistêmicas. Trazia exames normais ou negativos: hemograma, VHS, proteína C reativa, fator reumatoide, sedimento de urina. O FAN era positivo 1/80, pontilhado fino. Trazia Ressonância Magnética do ombro indicativa de sinovite glenoumeral com derrame articular com conteúdo expansivo de tecidos moles na bursa subescapular, segundo o laudo, podendo corresponder a pannus. Como história e exame físico não eram compatíveis com AIJ, foi realizada outra RM que mostrou aumento da lesão já descrita. Foi então encaminhada à artroscopia para biópsia, que revelou SVNP. Durante o procedimento, foi realizada sinovectomia, e uma nova RM feita após nove meses mostrou ausência de sinovite. A SVNP do ombro é incomum e a sinovectomia foi curativa nesse caso.Chronic monoarthritis demand an investigation of inflammatory diseases, such as rheumatoid arthritis (RA, infectious diseases like tuberculosis; and other diseases that cause synovitis and joint effusion, such as pigmented

  13. Perfil lipídico e uso de anti-TNF-α

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Ferraz Filho

    2013-10-01

    Full Text Available O uso do anti-TNF alfa tem sido associado a várias alterações no perfil lipídico, embora o estudo dessas alterações tenha gerado resultados que ainda são conflitantes. O conhecimento desse fato é de grande importância quando se observa a associação entre doenças reumáticas e aterogenêse acelerada. Esta pesquisa foi feita com o intuito de verificar alterações no perfil lipídico de usuários de anti-TNF-α na população do sul do Brasil e sua associação com tempo de uso, indicações, gênero do paciente e tipo de anti-TNF. Para tanto, analisaram-se os perfis de colesterol total (TC, HDL colesterol (HDLc, LDL colesterol (LDLc, índice aterogênico (IAT e triglicerídeos (TGs de 58 pacientes (42 com artrite reumatoide e 16 com espondiloartrites antes e depois do uso desse medicamento por um tempo mediano de 16,0 meses. Não se observaram alterações nos níveis de CT, HDLc, LDLc e IAT (P = NS. Todavia, houve um aumento significativo nos níveis de TGs (P = 0,03. A diferença mediana dos valores de TGs entre primeira e segunda medidas foi de 16 mg/dL, e esse aumento não estava associado ao gênero do paciente, tempo de uso, indicação de uso ou tipo de anti-TNF-α (P = NS. Concluiu-se que o uso de anti TNF-α está associado com aumento nos valores de TGs.

  14. Association of neopterin as a marker of immune system activation and juvenile rheumatoid arthritis activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mones M. Abu Shady

    2015-07-01

    Full Text Available Objective: To evaluate neopterin plasma concentrations in patients with active juvenile idiopathic arthritis (JIA and correlate them with disease activity. Methods: Sixty patients diagnosed as active JIA, as well as another 60 apparently healthy age- and gender-matched children as controls, were recruited from the Pediatrics Allergy and Immunology Clinic, Ain Shams University. Disease activity was assessed by the Juvenile Arthritis Disease Activity Score 27 (JADAS-27. Laboratory investigations were performed for all patients, including determination of hemoglobin concentration (Hgb, erythrocyte sedimentation rate (ESR, and C-reactive protein. Serum concentrations of tumor necrosis factor-alpha (TNF-α, interleukin-6 (IL-6, monocyte chemoattractant protein-1 (MCP-1, and neopterin were measured. Results: Significant differences were found between JIA patients and controls with regard to the mean levels of Hgb, ESR, TNF-α, IL-6, and MCP-1 (p  0.05. Multiple linear regression analysis showed that JADAS- 27 and ESR were the main variables associated with serum neopterin in JIA patients (p  0,05. A análise de regressão linear múltipla mostrou que o JADAS-27 e a TSE foram as principais variáveis associadas à neopterina sérica em pacientes com AIJ (p < 0,05. Conclusão: A elevação das concentrações plasmáticas de neopterina em pacientes com AIJ precoce pode indicar um estímulo de resposta imune. A neopterina sérica pode ser usada como um indicador sensível para analisar o histórico de inflamações e o escore de atividade da doença em pacientes com AIJ. Keywords: MCP-1, TNF-α, Rheumatoid arthritis, Palavras-chave: MCP-1, FNT-α, Artrite reumatoide

  15. HLA-B27 frequency in a group of patients with psoriatic arthritis Freqüência de HLA-B27 em uma amostra de pacientes com artrite psoriática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Garcia Ruiz

    2012-12-01

    Full Text Available BACKGROUND: HLA-B27 is associated with spondyloarthritis, a group of diseases that includes psoriatic arthritis. OBJECTIVES: To describe the HLA-B27 frequency in a group of Brazilian patients with psoriatic arthritis and correlate its presence or absence with their clinical manifestations. METHODS: Cross-sectional study with 44 psoriatic arthritis patients of a Rheumatology clinic. Demographic and social data were recorded, as were skin and joints clinical examination. HLA-B27 was tested. All data were processed descriptively and comparatively by appropriate software. Parametric and non parametric tests were used with 5% statistical significance. RESULTS: HLA-B27 was negative in 32 of the 44 patients (72,7%. Most of them were male, Caucasian, living in Rio de Janeiro, with plaque type psoriasis and average age of 52,9 years. There was statistical significant correlation between positive HLA-B27 and male gender (p=0,004. Negative HLA-B27 had a tendency to correlate with hands and wrists arthritis (p=0,07. There was an inverse significant correlation between HLA values and Schöber's test (p=0,02. CONCLUSION: Although HLA-B27 is negative in most of patients, it is significantly associated to male gender and inversely correlated with Schöber's test.FUNDAMENTOS: O HLA-B27 está associado às espondiloartrites, grupo de doenças que engloba, entre outras, a artrite psoriásica. OBJETIVOS: Descrever a freqüência de HLA-B27 em uma amostra de pacientes brasileiros com artrite psoriásica e correlacionar sua presença ou ausência com as manifestações clínicas dos mesmos. MÉTODOS: Estudo transversal avaliando 44 pacientes com artrite psoriásica de um ambulatório de Reumatologia. A avaliação consistia em registro de informações demográficas e sociais, exame clínico da pele e das articulações e pesquisa de HLA-B27. Os dados gerados foram tratados por meio de estatística descritiva e comparativa em Software apropriado. Foram utilizados

  16. Células de córnea fetal caprina naturalmente imortalizada para produção de antígenos do vírus da artrite encefalite caprina.

    OpenAIRE

    Sérgio Alves do Nascimento

    2012-01-01

    As células que crescem em cultivo in vitro estão divididas em três classes: primárias, de linhagem finita ou cultivos secundários e de linhagem contínua, que podem ser multiplicadas indefinidamente. Estas derivam de tumores ou células transformadas artificial ou naturalmente. Neste trabalho é descrita uma linhagem de células de córnea de feto caprino (CorFC) e seu cultivo em meios suplementados com baixo teor de SFB visando à produção de antígenos do vírus da artrite-encefalite caprina para p...

  17. Prevalência da artrite idiopática juvenil em crianças com idades entre 6 e 12 anos na cidade de Embu das Artes, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Yamashita

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi determinar a prevalência da artrite idiopática juvenil (AIJ em crianças escolares de na Cidade do Embu das Artes do Estado de São Paulo. 2880 escolares provenientes de 7 escolas públicas, com idades entre 6 e 12 anos, foram examinados por um especialista em Reumatologia Pediátrica. Nos casos de alteração do exame reumatológico os indivíduos foram examinados novamente por um outro especialista com título na área de atuação em Reumatologia Pediátrica. Os casos suspeitos de artropatia inflamatória foram encaminhados para um serviço especializado. Cento e quarenta e uma crianças apresentaram alterações no exame do aparelho locomotor, sendo a dor à palpação isolada o achado mais comum na primeira avaliação (60,9%, com melhora em praticamente 100% dos casos na segunda avaliação. A maioria das alterações foi relacionada a traumatismos recentes ou malformações congênitas. Seis crianças apresentaram exame suspeito de artropatia crônica e foram encaminhadas para avaliação em um centro de referência em Reumatologia Pediátrica. Destas, uma menina de 12 anos preencheu os critérios para AIJ. Os outros diagnósticos foram necrose asséptica da cabeça do fêmur (1 paciente e sinovite pós-trauma (4 pacientes. A prevalência da artrite idiopática juvenil em crianças com idades entre 6 e 12 anos foi de 1/2.880 (ou 0,34/1.000.

  18. Síndrome da ativação do macrófago em paciente com artrite idiopática juvenil poliarticular Macrophage activation syndrome in a patient with polyarticular juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Acir Rachid

    2004-10-01

    Full Text Available A linfohistiocitose hemofagocítica caracteriza-se por ativação e proliferação excessiva de linfócitos e macrófagos. Quando associada à artrite idiopática juvenil é também conhecida por "síndrome de ativação do macrófago", sendo uma complicação potencialmente fatal desta doença. Apresentamos o caso de uma mulher de 26 anos portadora de artrite idiopática juvenil (poliartrite, fator reumatóide negativo, com diagnóstico aos 13 anos, em uso de antiinflamatórios não esteroidais (diclofenaco, nimesulide. Admitida com quadro de resposta inflamatória sistêmica, febre, linfonodomegalia, esplenomegalia, anemia, trombocitopenia, hipofibrinogenemia, hiperferritinemia, hipertrigliceridemia e achados de hematofagocitose na medula óssea. Os autores discutem aspectos relacionados com a patogênese, diagnóstico e tratamento desta doença pouco conhecida.Hemophagocytic lymphohistiocytosis is characterized by massive lymphocyte and macrophage activation and proliferation. When observed in association with juvenile idiopathic arthritis it is also called "macrophage activation syndrome" being a potentially lethal complication of this disease. We report the case of a 26 years old woman with juvenile idiopathic arthritis (polyarthritis, rheumatoid factor negative since 13 years old, receiving nonsteroidal anti-inflammatory drugs (diclofenac, nimesulide. She was admitted with systemic inflammatory response, fever, lymph node enlargement, splenomegaly, anemia, thrombocytopenia, hypofibrinogenemia, hyperferritinemia, hypertriglyceridemia and bone marrow hemophagocytosis. Aspects related to pathogenesis, diagnosis and treatment of this little known disease are discussed.

  19. Aspectos da sexualidade e gravidez em adolescentes com artrite idiopática juvenil (AIJ Sexuality aspects and pregnancy of adolescents with juvenile idiopathic arthritis (JIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Artur Almeida Silva

    2005-06-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo descrever aspectos da sexualidade, gravidez e pós-parto de três adolescentes com artrite idiopática juvenil (AIJ. No período entre 1983 e 2004, 4.638 pacientes foram acompanhados na Unidade de Reumatologia Pediátrica do Departamento de Pediatria da FMUSP, entre os quais 537 (11,5% apresentaram o diagnóstico de AIJ (critérios do ILAR. Entre os pacientes com AIJ, três engravidaram durante o seguimento ambulatorial. A idade da primeira atividade sexual variou de 16 a 18 anos. A paciente 1 apresentou uma gestação gemelar a termo, permanecendo em atividade da doença durante toda a gravidez, em uso de 15mg/dia de prednisona. As pacientes 2 e 3 encontravam-se em remissão da doença, sem uso de medicamentos, apresentando gestação a termo sem intercorrências. A paciente 2, porém, evoluiu com recidiva da doença um ano após o parto. Todos os recém-nascidos foram adequados para idade gestacional e evoluíram adequadamente no período neonatal. Apenas a paciente 1 necessitou de prednisona, naproxeno e cloroquina na amamentação. O aumento da gravidez na adolescência é uma realidade nos serviços de reumatologia pediátrica, o que impõe novos debates sobre os aspectos da sexualidade e contracepção nessa população.The objective of the present study is to describe the sexuality aspects, pregnancy and postpartum in three adolescents with juvenile idiopathic arthritis (JIA. From 1983 to 2004, 4,638 patients were followed at the Pediatric Rheumatology Unit of the Pediatric Department of FMUSP, of which 537 (11.5% were diagnosed with JIA (ILAR criteria and three of these patients became pregnant during the follow-up period. The age at their first sexual intercourse ranged from 16 to 18 years old. Patient 1 presented a twin pregnancy, with active disease throughout pregnancy, and was on 15 mg of prednisone per day. Patients 2 and 3 were at disease remission, with no drug treatment, and had full

  20. Efeitos terapêuticos do treinamento físico em pacientes com doenças reumatológicas pediátricas Therapeutic effects of exercise training in patients with pediatric rheumatic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Gualano

    2011-10-01

    Full Text Available Ao longo das últimas décadas, o papel do exercício em doenças reumatológicas tem sido bastante explorado. Sabe-se, atualmente, que a prática de atividade física promove inúmeros benefícios ao paciente com osteoporose, osteoartrite, lúpus eritematoso sistêmico, esclerose sistêmica, miopatias idiopáticas inflamatórias, fibromialgia e artrite reumatoide. Dessa forma, o exercício físico tem sido considerado ferramenta valiosa no tratamento do paciente reumático. Os efeitos terapêuticos do treinamento físico em doenças reumatológicas pediátricas também têm sido alvos recentes de investigação. Em conjunto, os estudos têm revelado grande potencial terapêutico do exercício para pacientes com artrite idiopática juvenil, lúpus eritematoso sistêmico juvenil, dermatomiosite juvenil, fibromialgia juvenil e outras causas de dor crônica. Esta revisão narrativa tem como objetivos familiarizar o reumatologista pediátrico ao campo da ciência do exercício, discutir os potenciais benefícios do exercício físico na reumatologia pediátrica, com ênfase nas perspectivas desse promissor campo de atuação clínica e científica, e apresentar modelos práticos de exame de pré-participação e contraindicações ao exercício físico.Over the past decades, the role of exercise training in rheumatic diseases has been largely explored. Currently, physical activity is well known to benefit patients with osteoporosis, osteoarthritis, systemic lupus erythematosus, systemic sclerosis, idiopathic inflammatory myopathy, fibromyalgia and rheumatoid arthritis. Therefore, exercise training has been considered a valuable tool for treating rheumatic patients. The therapeutic effects of exercise training have also been investigated in pediatric rheumatic diseases. Collectively, studies have revealed the therapeutic potential of exercise in juvenile idiopathic arthritis, juvenile systemic lupus erythematosus, juvenile dermatomyositis, juvenile

  1. Inquérito sobre a qualidade de vida relacionada à saúde em crianças e adolescentes portadores de artrites idiopáticas juvenis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brasil Tatiana B.

    2003-01-01

    Full Text Available Objetivo: estudar o impacto da artrite crônica na qualidade de vida relacionada à saúde, por meio de dois instrumentos auto-aplicáveis: a versão destinada aos pais do Childhood Health Assessment Questionnaire (CHAQ e do Child Health Questionnaire (CHQ PF50®. Método: os dois questionários foram respondidos por 36 pais, após instruções durante 1 a 2 visitas clínicas, sendo os índices da Capacidade Funcional (CHAQ, Físico e Psicossocial (CHQ comparados com as medidas essenciais de atividade da doença: (1 a avaliação global pelo médico, (2 a avaliação global pelos pais, ambas em escala analógica visual de 10 cm, (3 o número de articulações ativas, (4 o numero de articulações com limitação dos movimentos, (5 a velocidade de hemossedimentação. Resultados: houve diferença significante entre os grupos oligoarticular e poliarticular, sendo os índices de atividade maiores no poliarticular, com exceção da velocidade de hemossedimentação, avaliação global pelos pais e índice psicossocial, confirmando diferentes níveis de percepção pelos pais sobre a atividade e prognóstico. A melhor responsividade estatística frente à intervenção terapêutica, em duas visitas consecutivas, foi a medida da avaliação global pelo médico entre as subjetivas, tendo as medidas avaliadas por instrumentos de responsividade intermediária, quando comparadas com o numero de articulações ativas, número de articulações com limitação dos movimentos e a velocidade de hemossedimentação. Conclusões: a medida da responsividade de dois instrumentos de avaliação funcional e da qualidade de vida indicou a sua sensibilidade relativa para estimar a melhora clínica em pacientes com artrites idiopáticas juvenis, recebendo tratamento específico.

  2. Psoriatic arthritis in patients with psoriasis: evaluation of clinical and epidemiological features in 133 patients followed at the University Hospital of Brasília Artrite psoriásica em pacientes com psoríase: avaliação de características clínicas e epidemiológicas em 133 pacientes atendidos no Hospital Universitário de Brasília

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jamille Nascimento Carneiro

    2012-08-01

    Full Text Available BACKGROUND: Psoriatic arthritis is an inflammatory arthritis associated with psoriasis. Its prevalence in patients with psoriasis varies from 7 to 42% but its exact prevalence is unknown. OBJECTIVES: Considering the lack of national data related to its diagnosis in patients with psoriasis, this study aims to describe the clinical, laboratorial and radiological manifestations of psoriatic arthritis in these patients. METHODS: We evaluated 133 patients with psoriasis, treated as outpatients. These patients were asked to fill in the forms with data about the disease and were submitted to a clinical evaluation by a dermatologist and a rheumatologist. Suspected cases of arthritis were referred for further investigation and were classified according to presence or absence of psoriatic arthritis according to CASPAR criteria. RESULTS: The number of patients with psoriatic arthritis was 47 (35%, 17 of them were new cases. There was no difference between the groups regarding the type of psoriasis, nail involvement, presence of scalp lesions and psoriatic arthritis. Patients with psoriatic arthritis had more enthesitis and dactylitis (46.7% than those without arthritis. CONCLUSIONS: Despite the high prevalence of arthritis found, we know that results from epidemiological studies are variable, which limits their use and interpretation. We conclude that more studies are needed to draw a profile of rheumatic manifestations in our population of psoriasis patients.FUNDAMENTOS: A artrite psoriásica é uma artrite inflamatória associada à psoríase. Sua prevalência nos pacientes com psoríase de 7 a 42% mas sua exata prevalência ainda é desconhecida. OBJETIVOS: Considerando a escassez de dados nacionais relacionados ao seu diagnóstico em pacientes com psoríase o presente estudo visa descrever o quadro clínico, laboratorial e radiológico da doença nesses pacientes. MÉTODOS: Foram avaliados 133 pacientes com diagnóstico de psoríase acompanhados no

  3. HTLV-I Associated uveitis, myelopathy, rheumatoid arthritis and Sjögren's syndrome Uveite, mielopatia, artrite reumatóide e sindrome de Sjogren associadas ao HTLV-I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia Regina A. A. Pinheiro

    1995-12-01

    Full Text Available A 62 year-old white female presented with a 10-year-history of slowly progressive spastic paraparesis, pain and dysesthesia in the lower limbs and sphincter disturbance. A few years after the onset of the neurologic symptoms she developped migratory arthritis with swelling of the knees and pain on palpation of knees and fingers, dry eyes, mouth and skin. Two months before admission she presented bilateral nongranulomatous anterior uveitis. Examination revealed spastic paraparesis with bilateral Babinski sign, a decreased sensation level below L3, decreased vibration sense in the lower extremities, and a postural tremor of the upper limbs. Laboratory work-up disclosed HTLV-I positive tests in the blood and cerebrospinal fluid (CSF, and a mild pleocytosis in the CSF with a normal protein content. Nerve conduction velocity studies were normal. The present case shows the association of uveitis, arthritis and Sjögren's syndrome in a patient with tropical spastic paraparesis / human T-cell lymphotropic virus type I (HTLV-I associated myelopathy (TSP/HAM, and illustrates the wide spectrum of clinical manifestations which may accompany this infection with this virus.Uma mulher branca de 62 anos foi internada apresentando história de paraparesia lentamente progressiva durante 10 anos. Dois meses antes da internação ela apresentou uveíte anterior não granulomatosa bilateral. Poucos anos após o início dos sintomas neurológicos, ela desenvolveu artrite migratória com edema dos joelhos e dor a palpação dos joelhos e dedos dos pés, boca, pele e olhos secos. Ao exame físico foi observado paraparesia espástica com sinal de Babinski positivo, sensibilidade diminuída abaixo de L3, diminuição da sensação de vibração nas extremidades inferiores, e tremor postural dos membros superiores. Apresentou testes positivos para o HTLV-I no sangue. O estudo do líquido cefalorraquidiano mostrou discreta pleocitose, proteínas normais e ELISA e Western

  4. Síndrome de ativação macrofágica em pacientes com artrite idiopática juvenil Macrophage activation syndrome in patients with juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério do Prado

    2004-10-01

    Full Text Available A síndrome de ativação macrofágica (SAM é uma complicação rara das doenças reumáticas crônicas, particularmente a artrite idiopática juvenil (AIJ de início sistêmico. Este processo pode ser desencadeado por agentes infecciosos virais e bacterianos, neoplásicos, drogas antiinflamatórias não esteroidais ou drogas modificadoras da doença, mudanças abruptas das medicações e doenças reumáticas. O quadro clínico inicia-se com irritação do sistema nervoso central, acompanhado de falências hepática e renal, além de pancitopenia. Relatamos três casos de pacientes com AIJ do nosso serviço que desenvolveram SAM com descrição das características clínicas, evolutivas e de tratamento.The macrophage activation syndrome (MAS is an uncommon complication of chronic rheumatic diseases, specially systemic onset juvenile idiopathic arthritis (JIA. It can be triggered by infectious (viral or bacterial or malignant diseases, non-steroidal anti-inflammatory or disease modified anti-rheumatic drugs, changes in the therapy and rheumatic diseases. The clinical features present at the onset are related mainly with central nervous system involvement, hepatic and renal failure and pancytopenia. We describe the clinical, evolutive features and treatment of three patients with JIA that developed MAS.

  5. Isolamento e identificação pela imunofluorescência direta e reação em cadeia de polimerase do vírus da artrite-encefalite caprina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Castro R.S.

    1999-01-01

    Full Text Available Amostras do vírus da artrite-encefalite caprina (CAEV de animais dos estados de Minas Gerais e Pernambuco foram isoladas a partir de explantes de membrana sinovial (MS (amostras BrMg 1-01, BrMg 2-01, BrMg 2-02, BrMg 2-03 e BrPe 1-01 ou de co-cultivo de leucócitos com MS (BrMg 1-02. As amostras foram identificadas pelo efeito citopático-ECP (formação de sincícios, imunofluorescência direta (IFD e reação em cadeia de polimerase (PCR aperfeiçoada para amplificação de parte do gene gag da amostra CAEV Cork. O estudo do ECP revelou a presença de amostras pouco (BrMg 1-01 e BrMg 1-02 ou fortemente indutoras de ECP (BrMg 2-01, BrMg 2-02, BrMg 2-03 e BrPe 1-01. A IFD mostrou resultado positivo em células de todas as monocamadas infectadas pelas amostras isoladas e em células de referência (CAEV Cork e visna/maedi K 1514. A PCR do DNA de células infectadas resultou na amplificação específica de um fragmento de DNA de 286pb da amostras testadas, exceto do visna/maedi K 1514.

  6. Servicio de noticias medicas y farmacéuticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Facultad de Medicina Revista

    1955-04-01

    Full Text Available Information Service, Inc. Un método nuevo para el desarrollo del virus de la poliomielitis emplea tejido amniótico; Utilidad de la aspirina tamponada en la artritis reumatoide; Para los hospitales pediátricos se comprueban convenientes habitaciones especiales de alta humedad; El fósforo radioactivo ayuda en el diagnóstico de los tumores de la piel.

  7. Estudo comparativo de testes diagnósticos para olho seco entre crianças saudáveis e portadoras de artrite reumatóide juvenil Comparative study of diagnostic tests for dry eye disease between healthy and juvenile rheumatoid arthritis children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayter Silva de Paula

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar achados diagnósticos de olho seco em crianças normais e com artrite reumatóide juvenil. MÉTODOS: Neste estudo transversal, 30 olhos de 15 pacientes com artrite reumatóide juvenil (grupo 1 e 22 olhos de 11 crianças-controle (grupo 2 foram examinados clinicamente e submetidos a testes para ceratoconjuntivite seca: Schirmer tipo 1, tempo de quebra do filme lacrimal e coloração com rosa bengala. RESULTADOS: Seis crianças com artrite reumatóide juvenil apresentaram um ou mais sintomas de ceratoconjuntivite seca (40% e cinco destas (83,3% mostravam meibomite ou outros sinais dessa afecção. Nenhuma criança do grupo 2 apresentou sinais ou sintomas de ceratoconjuntivite seca. No teste de Schirmer não se observou diferença significativa entre os grupos 1 e 2 (p=0,156. Entretanto, o tempo de quebra do filme lacrimal foi significativamente menor no grupo 1 (p=0,0005 e de maneira semelhante, o escore do teste de rosa bengala foi significativamente maior no grupo 1 (p=0,0038. Cinco das 15 crianças estudadas do grupo 1 apresentaram um ou mais testes alterados e tiveram diagnóstico definitivo de ceratoconjuntivite seca, ao passo que quatro (26% tiveram o diagnóstico de provável ceratoconjuntivite seca. No grupo 2, nenhuma criança apresentou mais de um teste positivo. CONCLUSÕES: Sinais e sintomas de ceratoconjuntivite seca constituem achados comuns em crianças com artrite reumatóide juvenil. Embora apenas o tempo de quebra do filme lacrimal e a marcação com rosa bengala tenham tido diferença significativa entre os grupos, parece haver tendência a resultados piores nos testes de olho seco realizados em crianças com artrite reumatóide juvenil.PURPOSE: To compare dry eye diagnostic findings in juvenile rheumatoid arthritis patients and normal children. METHODS: For this transversal study, 30 eyes of 15 patients with juvenile rheumatoid arthritis (group 1 and 22 eyes of 11 normal controls (group 2 were examined

  8. Complicações Imediatas de 3.555 aplicações de agentes anti-TNFα Immediate complications of 3,555 injections of anti-TNFα

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio César Bertacini de Moraes

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as complicações imediatas da aplicação de agentes anti-TNFα no Centro de Dispensação de Medicação deAlto Custo do HC-FMUSP. PACIENTES E MÉTODOS: Foram incluídos todos os pacientes que receberam agentes anti-TNFα entre agosto/2007 e março/2009.As complicações imediatas (até 1 hora após o término da aplicação foram classificadas em leves (cefaleia, rash, tontura, prurido, náuseas, moderadas (febre, urticária, palpitação, dor torácica, dispneia, variação da pressão arterial de 20 a 40 mmHg ou graves (febre com calafrios, dispneia com sibilância, variação da pressão arterial > 40 mmHg. RESULTADOS: Foram avaliados 242 pacientes: 94 (39% com artrite reumatoide, 64 (26% com espondilite anquilosante, 32 (13% com artrite psoriásica, 26 (11% com artrite idiopática juvenil e 27 (11% com outros diagnósticos. O número total de aplicações foi de 3.555, sendo 992 (28% de adalimumabe, 1.546 (43% de etanercepte e 1.017 (29% de infliximabe. Complicações imediatas foram observadas em 39/242 (16% pacientes. As complicações ocorreram em 45/3.555 (1,2% aplicações. Estas foram mais frequentes com infliximabe comparado com adalimumabe (3,7% vs. 0,5%, P OBJECTIVE: To evaluate the immediate complications of anti-TNFα drugs at the "Center for Dispensation of High Cost Medications" of HC-FMUSP. PATIENTS AND METHODS: All patients who received anti-TNFα agents between August 2007 and March 2009 were included in this study. Immediate complications (up to 1 hour after the injection were classified as mild (headache, rash, dizziness, itching, nausea, moderate (fever, urticaria, palpitation, chest pain, dyspnea, blood pressure variations between 20 and 40 mmHg, or severe (fever with chills, dyspnea with wheezing, variations in blood pressure > 40 mmHg. RESULTS: Two hundred and forty-two patients were evaluated: 94 (39% with rheumatoid arthritis, 64 (26% with ankylosing spondylitis, 32 (13% with psoriatic arthritis

  9. Avaliação do estresse psicológico do cuidador primário do paciente com artrite idiopática juvenil Evaluation of psychological stress in primary caregivers of patients with juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Iwamoto

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estresse psicológico do cuidador do paciente pediátrico com artrite idiopática juvenil (AIJ. MÉTODOS: Estudo observacional analítico transversal não controlado de 40 cuidadores de pacientes com AIJ, que foram avaliados pelo questionário Caregiver Burden Scale. Esta escala analisa cinco domínios do estresse: tensão geral, isolamento, decepção, envolvimento emocional e estresse causado por barreiras impostas pelo meio ambiente, graduando-os de 1 a 4. Os dados obtidos foram submetidos a análise estatística. RESULTADOS: Os cuidadores de pacientes com AIJ são principalmente do sexo feminino (87,5%, casados (92,1% e com parentesco direto com o paciente (90%. O grau de estresse é maior nos cuidadores de pacientes com AIJ forma poliarticular (p = 0,006, nos solteiros (p = 0,019 e naqueles do sexo feminino (p = 0,017. A dimensão analisada na qual se observou maior nível de estresse foi a de dificuldades relacionadas com o meio ambiente. CONCLUSÃO: Mulheres casadas e com parentesco direto com o paciente são os maiores cuidadores do paciente de AIJ. Cuidado com pacientes de forma poliarticular causa mais estresse do que o de pacientes de forma oligoarticular. Barreiras impostas pelo meio ambiente são responsáveis pelo maior índice de estresse nestes cuidadores.OBJECTIVE: To assess psychological stress in primary caregivers of juvenile idiopathic arthritis (JIA pediatric patients. METHODS: Uncontrolled cross-sectional analytical study of 40 caregivers of JIA patients. Caregivers were evaluated using the Caregiver Burden Scale, which analyzes five domains of stress on a scale of 1 to 4: general strain, isolation, disappointment, emotional involvement and strain caused by environmental barriers. The data were subjected to statistical analysis. RESULTS: Caregivers of JIA patients were mainly female (87.5%, married (92.1% and close relatives (90%. Stress levels were higher in caregivers of polyarticular JIA patients (p

  10. O papel dos inibidores do fator de necrose tumoral no tratamento da artrite idiopática juvenil The role of tumor necrosis factor inhibitors in the treatment of juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Martin

    2006-04-01

    Full Text Available A artrite idiopática juvenil (AIJ é uma doença crônica que pode evoluir para uma incapacidade permanente, necessitando muitas vezes de tratamento agressivo. Enquanto alguns pacientes não respondem ao metotrexato ou imunossupressores, outros não os toleram. Nestes casos, o uso dos inibidores de fator de necrose tumoral (TNF ou anti-TNF é indicado. Conforme demonstrado por estudos multicêntricos e randomizados, o etanercepte apresenta eficácia no controle da doença, com efeito máximo nos primeiros três meses e até dois anos de tratamento contínuo. Não há publicação de estudos controlados com o infliximabe nem com o adalimumabe, mas seus efeitos parecem ser semelhantes aos do etanercepte. Estes agentes são relativamente seguros, podendo ser observadas complicações infecciosas, como a tuberculose e o herpes zoster. Raramente, podem ocorrer eventos auto-imunes, linfoproliferativos e sintomas gerais, como febre e cefaléia. No entanto, é importante salientar que apesar dos inibidores do TNF serem benéficos para muitas crianças com AIJ refratária, seus efeitos colaterais a longo prazo permanecem indefinidos, de forma que sua indicação deve ser criteriosa. Ademais, o alto custo destas drogas limita seu uso, especialmente em nosso país.Juvenile Idiopathic Arthritis (JIA is a chronic disease that may result in permanent disability, requiring sometimes aggressive treatment. While some patients may have an inadequate response to methotrexate and to other immunosuppressive drugs, others do not tolerate them. In these patients tumor necrosis factor inhibitors such as etanercept, infliximab and adalimumab are indicated. Multicentric and randomized studies have shown that etanercept is efficacious in disease control, reaching best effects within the first three months of therapy with sustained clinical improvement up to two years of continuous treatment. There are no published controlled studies involving children receiving

  11. Efeitos de um minuto e dez minutos de deambulação em ratos com artrite induzida por adjuvante completo de Freund sobre os sintomas de dor e edema

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Pinheiro Gomes

    2014-04-01

    Full Text Available Este estudo avaliou o efeito de dois protocolos de exercício na nocicepção, edema e migração celular em ratos com artrite induzida por CFA. Ratos Wistar fêmeas (200 - 250 g, n = 50 foram induzidos à monoartrite por adjuvante completo de Freund (CFA, Mycobacterium butyricum; 0,5 mg/mL; 50 μL na articulação do joelho direito (TF; n = 24 ou tornozelo direito (TT; n = 26. A incapacitação articular foi mensurada pelo tempo de elevação da pata (TEP; s em 1 minuto de avaliação. O edema do joelho ou tornozelo foi avaliado pela medida do diâmetro articular (AD, cm e pelo edema de pata (EP, mL, respectivamente. Ambos foram avaliados durante 10 dias consecutivos. Dois protocolos de exercício foram realizados: (a exercício constante (TF, n = 6; TT, n = 6, realizando 1 minuto diário de exercício no cilindro (3 r.p.m.; (b exercício variável (TF, n = 6; TT, n = 7, exercício com aumento de 1 minuto por dia, totalizando 10 minutos no último dia. Os grupos-controle (TF, n = 12; TT, n = 13 não realizaram exercício. Após 10 dias, os animais foram eutanasiados para contagem total (células/mm3 e diferencial (mononucleares e polimorfos nucleares; células/mm3 de leucócitos do tecido inflamado. O exercício variável inibiu a incapacitação e o edema em ambas as articulações. Entretanto, reduziu a migração total de leucócitos apenas na articulação TF. O exercício constante inibiu o edema nas duas articulações e reduziu a migração total de leucócitos da articulação TT. Porém, não reduziu a incapacitação. O exercício variável pareceu ser mais efetivo em reduzir os parâmetros inflamatórios em comparação com o exercício constante.

  12. Efeitos da reabilitação aquática na sintomatologia e qualidade de vida de portadoras de artrite reumatóide Effects of aquatic rehabilitation on symptoms and quality of life in rheumatoid arthritis female patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Roberto Fernandes Ferreira

    2008-01-01

    Full Text Available A artrite reumatóide (AR tem manifestações articulares e extra-articulares, afetando diretamente a qualidade de vida dos pacientes. A hidroterapia é um recurso muito utilizado na reabilitação desses pacientes devido às propriedades físicas e efeitos fisiológicos da água. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da hidroterapia na sintomatologia e qualidade de vida de portadoras de AR. Participaram do estudo oito voluntárias com média de idade 56,4±5,2 anos e diagnóstico clínico de AR. Antes e após o tratamento todas foram submetidas a avaliação fisioterapêutica, que incluiu a aplicação do Questionário Short-Form 36 (SF-36 e avaliação da rigidez matinal, dor e qualidade do sono, por escalas analógico-visuais. O protocolo de tratamento consistiu de 10 sessões de hidroterapia de 45 minutos cada, duas vezes por semana. Os dados coletados foram tratados estatisticamente, com nível de significância fixado em pRheumatoid arthritis (RA has both joint and extra-joint manifestations and may directly affect patients' quality of life. Hydrotherapy is a very useful resource for treating RA due the water physical properties and physiological effects. The aim of this study was to evaluate the impact of a hydrotherapy program on RA female patients' symptoms and health-related quality of life. Eight volunteers, aged 56,4±5.2 years old, were selected for this study, all with RA diagnosis. Before and after treatment they were submitted to a physical therapy evaluation that included application of the Short Form-36 Questionnaire (SF-36 and assessment of pain, morning stiffness, and quality of sleep, by means of visual analogue scales. The treatment consisted of ten 45-minute hydrotherapy sessions, held twice a week. Collected data were statistically analysed, and significance level set at p<0.05. At the end of treatment results showed significant decrease in pain (p=0.004 and morning stiffness (p=0.003, and improvement in quality of

  13. Seguimento do estado de remissão de crianças com artrite idiopática juvenil Remission status follow-up in children with juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taciana A. P. Fernandes

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar a atividade inflamatória articular e sistêmica na artrite idiopática juvenil (AIJ, determinando o estado de remissão com e sem uso de medicação. MÉTODOS: Um total de 165 casos de AIJ, acompanhados em média por 3,6 anos, foram revisados para caracterização de episódios de inatividade, remissão clínica com e sem medicação. Os dados obtidos foram analisados por meio de estatística descritiva, análise de sobrevida, comparação das curvas de Kaplan-Meier, teste de log rank e análise de regressão logística binária para determinação de fatores preditivos para a remissão ou atividade persistente. RESULTADOS: Dos casos revisados, 108 preencheram os critérios de inclusão: 57 pacientes (52,7% apresentaram um total de 71 episódios de inatividade, com 2,9 anos em média para cada episódio; 36 episódios (50,7% de inatividade resultaram em remissão clínica sem medicação, sendo 35% do subtipo oligoarticular persistente. A probabilidade de remissão clínica com medicação em 2 anos foi de 81, 82, 97 e 83% para casos de AIJ oligoarticular persistente, oligoarticular estendida, poliarticular e sistêmica, respectivamente. A probabilidade de remissão clínica sem medicação em 5 anos após o início da remissão foi de 40 e 67% para pacientes com AIJ oligoarticular persistente e sistêmica, respectivamente. Houve associação significante da atividade persistente com o uso combinado de medicações para artrite. A idade de início da AIJ foi o único fator preditivo para remissão clínica (p = 0,002. CONCLUSÃO: Nesta coorte, a probabilidade da AIJ evoluir para remissão clínica foi maior nos subtipos oligoarticular persistente e sistêmico, comparados ao curso poliarticular.OBJECTIVE: To characterize articular and systemic inflammatory activity in juvenile idiopathic arthritis (JIA, identifying remission status with and without medication. METHODS: A total of 165 JIA cases, followed for a mean period

  14. Efeito de um programa progressivo de exercícios de reabilitação funcional e de orientação de auto cuidado sobre a dor, mobilidade e equilíbrio em portadores de artrite reumatóide

    OpenAIRE

    Carolina Mendes do Carmo

    2009-01-01

    Introdução: Dor e deformidade nos pés são queixas comuns na Artrite Reumatóide (AR) promovendo alterações no equilíbrio e na mobilidade funcional. A informação somatossensorial dos pés e tornozelos para a regulação da postura e manutenção do equilíbrio tem sido discutida na literatura e apregoa-se que a integridade do pé e da sua informação sensorial são fundamentais para a estabilidade postural. Os programas propostos neste trabalho para estes pacientes integram atenção para a dor e para as ...

  15. Análise das variações morfológicas da ATM em pacientes com artrite reumatóide através de tomografia computadorizada = Analysis of the morphologyc variations in the TMJ the patients with rheumatoid arthritis through the computer tomography

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vasconcelos, Belmiro Cavalcanti do Egito

    2005-01-01

    Full Text Available Realizou-se um estudo qualitativo e quantitativo enfocando as alterações morfométricas da articulação temporomandibular (ATM, em pacientes com o diagnóstico de artrite reumatóide (AR por meio de tomografia computadorizada. Foram analisados 6 casos onde são descritas as alterações estruturais dos componentes ósseos de 12 ATMs. Os resultados indicaram que todas as ATMs apresentaram alterações, sendo as alterações mais freqüentes a esclerose óssea subcondral, seguida do aplainamento da eminência articular. Todos os pacientes apresentaram distúrbio de mobilidade

  16. Bloqueio do nervo supraescapular: procedimento importante na prática clínica. Parte II Suprascapular nerve block: important procedure in clinical practice. Part II

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Rassi Fernandes

    2012-08-01

    Full Text Available O bloqueio do nervo supraescapular é um método de tratamento reprodutível, confiável e extremamente efetivo no controle da dor no ombro. Esse método tem sido amplamente utilizado por profissionais na prática clínica, como reumatologistas, ortopedistas, neurologistas e especialistas em dor, na terapêutica de enfermidades crônicas, como lesão irreparável do manguito rotador, artrite reumatoide, sequelas de AVC e capsulite adesiva, o que justifica a presente revisão (Parte II. O objetivo deste estudo foi descrever as técnicas do procedimento e suas complicações descritas na literatura, já que a primeira parte reportou as indicações clínicas, drogas e volumes utilizados em aplicação única ou múltipla. Apresentamse, detalhadamente, os acessos para a realização do procedimento tanto direto como indireto, anterior e posterior, lateral e medial, e superior e inferior. Diversas são as opções para se realizar o bloqueio do nervo supraescapular. Apesar de raras, as complicações podem ocorrer. Quando bem indicado, este método deve ser considerado.The suprascapular nerve block is a reproducible, reliable, and extremely effective treatment method in shoulder pain control. This method has been widely used by professionals in clinical practice such as rheumatologists, orthopedists, neurologists, and pain specialists in the treatment of chronic diseases such as irreparable rotator cuff injury, rheumatoid arthritis, stroke sequelae, and adhesive capsulitis, which justifies the present review (Part II. The objective of this study was to describe the techniques and complications of the procedure described in the literature, as the first part reported the clinical indications, drugs, and volumes used in single or multiple procedures. We present in details the accesses used in the procedure: direct and indirect, anterior and posterior, lateral and medial, upper and lower. There are several options to perform suprascapular nerve block

  17. Pyoderma gangrenosum as a initial manifestation of ulcerative proctocolitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Bortolin Fonseca

    2011-09-01

    Full Text Available pyoderma gangrenosum is a rare inflammatory skin condition characterized by progressive and recurrent skin ulceration of destructive course. It is usually associated with rheumatoid arthritis, paraproteinemia, myeloproliferative diseases and inflammatory bowel diseases, especially non-specific ulcerative proctocolitis. In these situations, skin lesions are described as concurrent with the intestinal condition. However, reports on pyoderma gangrenosum preceding intestinal findings are less frequent. The authors describe a case of a woman with febrile condition associated with skin lesions diagnosed by biopsy as pyoderma gangrenosum. Two weeks later, she developed diarrhea, arthralgia and sepsis, being diagnosed as ulcerative proctocolitis. After the administration of the treatment for ulcerative proctocolitis, she showed improvements in sepsis care, remission of diarrhea and regression of skin lesions. This case highlights the importance of considering pyoderma gangrenosum as a manifestation associated with inflammatory bowel disease, regardless of its timing in relation to intestinal symptoms.Pioderma gangrenoso é uma forma de inflamação cutânea, caracterizada por ulceração progressiva e recorrente da pele, com curso destrutivo. Geralmente é associada à artrite reumatoide, paraproteinemia, doenças mieloproliferativas e doença inflamatória intestinal, em especial retocolite ulcerativa inespecífica. Em tais casos, as lesões cutâneas são descritas concomitantes ao quadro intestinal, porém, relatos com descrição de pioderma gangrenoso precedendo achados intestinais são menos frequentes. Os autores relatam caso de mulher com quadro febril associado a lesões cutâneas diagnosticadas por biópsia como pioderma gangrenoso. Duas semanas depois, apresentou diarreia, artralgia e sepse sendo diagnosticada retocolite ulcerativa. Com o tratamento para retocolite ulcerativa apresentou melhora do quadro séptico, remissão da diarreia e

  18. CRIPTOCOCOSE: RELATO DE CASO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Alvarez GENTIL

    2016-12-01

    Full Text Available Criptococose, doença infecciosa fúngica, oportunista, potencialmente fatal, que acomete animais silvestres e domésticos, principalmente cachorro e gato e o homem. Causada pela levedura, Cryptococcus neoformans. Mais frequente em adultos, comumente diagnosticada em pacientes imunodeprimidos, como os soropositivos, fator predisponente mais frequente. Outros fatores são: uso prolongado de medicações imunossupressoras, doenças como diabetes, sarcoidose, doença de Hodgkin e outras neoplasias hematológicas, lúpus eritematoso, artrite reumatoide, doença de Behçet, e transplante de vísceras sólidas. Geralmente adquirida pela inalação do agente etiológico. Objetivo: este estudo objetiva relatar o caso de um paciente portador de criptococose, que esteve invernado no Hospital São José do Avaí (HSJA de Itaperuna, no mês de setembro de 2016, corroborando na literatura descrita sobre o tema, justifica-se o tema pela raridade do caso. Metodologia: inicialmente realizou-se pesquisa bibliográfica através da seleção de autores que asseguraram uma fundamentação teórico-metodológica que serviu de arcabouço para o desenvolvimento do estudo. A metodologia apresentada refere-se a um relato de caso, realizado a partir do prontuário do paciente e dos exames disponíveis. Resultados: a Radiografia de tórax evidenciou massa pulmonar em lobo inferior direito e a Tomografia de tórax também demonstrou esse acometimento; sendo realizada biópsia desse fragmento, que consolidou o diagnóstico de criptococose. A lâmina do paciente, corada com hematoxilina-eosina demonstrou aspectos característicos do acometimento por esse fungo. Conclusão: para o tratamento, pode-se utilizar antifúngicos como a anfotericina B associado com 5-flucitosina, em infecções disseminadas; ou fluconazol e itraconazol, para infecções cutâneas. 

  19. Redução da densidade óssea alveolar em pacientes com artrite idiopática juvenil Reduction in alveolar bone density of patients with juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Lúcia de Oliveira Silva

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a densidade óssea alveolar (DOA na região dos primeiros molares superiores em pacientes com artrite idiopática juvenil (AIJ e compará-la à de controles sistemicamente saudáveis. Como objetivos secundários, a influência da medicação e a atividade de doença reumática na DOA foram avaliadas, além da correlação entre a DOA e os parâmetros clínicos periodontais e reumatológicos. PACIENTES E MÉTODOS: Foram incluídos neste estudo 16 pacientes com AIJ (seis meninos e 10 meninas com idade média de 16,2 ± 2 anos e 11 controles (seis meninos e cinco meninas com idade média de 16,4 ± 2,1 anos. A profundidade de sondagem (PS, o índice de placa visível (IPV, o índice de sangramento gengival (ISG e o nível de inserção clínica (NIC foram registrados. Radiografias bite-wings foram tiradas, e a DOA foi mensurada pelo sistema de radiografia digital RVG KODAK 6100, na região dos molares superiores. RESULTADOS: DOA, percentual de sítios com PS > 4 mm e ISG foram significativamente menores nos pacientes com AIJ, comparado aos controles (P = 0,001; P = 0,019; P = 0,011, respectivamente. A DOA não foi influenciada pela medicação nem pela atividade da AIJ, e não apresentou correlação com os parâmetros clínicos periodontais e reumatológicos. CONCLUSÃO: A DOA foi menor nos pacientes com AIJ, e parece não ser influenciada por medicação ou por atividade de doença reumática. Além disso, não foram observadas correlações entre a DOA e os indicadores clínicos periodontais e reumatológicosOBJECTIVES: To evaluate the alveolar bone density (ABD in the upper first molars of patients with juvenile idiopathic arthritis (JIA and to compare their ABD with that of healthy controls. Secondary objectives included the evaluation of the influence of medication and rheumatic disease activity on ABD, in addition to the correlation between ABD and periodontal and rheumatologic clinical parameters. PATIENTS AND METHODS

  20. Prevalência de manifestações oculares em 198 pacientes com artrite reumatóide: um estudo retrospectivo Prevalence of ocular manifestation in 198 patients with rheumatoid arthritis: a restrospective study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphael Guimarães Bettero

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de manifestações oculares na população local de artrite reumatóide (AR. Estimar se a presença de auto-anticorpos como fator reumatóide (FR e fator antinuclear (FAN influi no aparecimento destas manifestações e se existe associação entre o aparecimento de manifestações oculares e índice funcional do paciente, idade ao diagnóstico e tempo de doença. MÉTODOS: Foram estudados retrospectivamente 198 prontuários de pacientes com AR, acompanhados durante o período de 2003 a 2006. Avaliou-se a prevalência das manifestações oftalmológicas, perfil de auto-anticorpos, dados demográficos e índice funcional de Steinbrock destes pacientes. RESULTADOS: Síndrome de Sjögren secundária apareceu em 12,1% dos pacientes sendo mais comum em mulheres (p=0,049 e em pacientes com maior dano articular (p=0,016. Ceratite ulcerativa e esclerite incidiram em torno de 2% dos pacientes. Fator reumatóide (FR e fator antinuclear (FAN assim como tempo de doença e idade do paciente ao diagnóstico não influíram no aparecimento das manifestações estudadas. CONCLUSÃO: A síndrome de Sjögren secundária é a manifestação ocular mais prevalente em pacientes com AR, sendo mais comum em mulheres e em pacientes com mais disfunção articular.PURPOSE: To study the prevalence of eye manifestations in the local rheumatoid arthritis (RA population, as well as to know if the presence of rheumatoid factor (RF and antinuclear antibodies (ANA affect this profile. To study if there is association between eye manifestations and patient's articular functional index, age at diagnosis and illness duration. METHODS: We reviewed 198 charts of rheumatoid arthritis patients followed-up from 2003 to 2006. They were studied for: prevalence of ophthalmologic manifestations, autoantibody profile, demographic data and Steinbrock's functional index. RESULTS: Secondary Sjögren's syndrome was seen in 12.1% of the patients being more common

  1. Alterações da articulação temporomandibular e suas repercussões orofaciais em pacientes portadores de artrite idiopática juvenil Temporomandibular joint alterations and their orofacial complications in patients with juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Teixeira de Carvalho

    2012-12-01

    Full Text Available Os pacientes com artrite idiopática juvenil (AIJ podem apresentar alterações no metabolismo ósseo e no crescimento esqueletal, além de danos na articulação temporomandibular (ATM, o que pode gerar alterações extraorais e/ou intraorais, acarretando distúrbios craniofaciais. Nosso objetivo é promover uma revisão da literatura sobre as alterações orofaciais em pacientes com AIJ. Dentre os distúrbios orofaciais em pacientes com AIJ, as mudanças no crescimento mandibular, geradas por disfunções na região da ATM, parecem de grande prevalência nesses pacientes. As alterações mais encontradas são: retrognatismo, micrognatia, mordida aberta anterior, apinhamento dentário, assimetria facial e limitação de abertura de boca. Assim, o reumatologista torna-se uma peça-chave na detecção precoce dessas disfunções, ajudando no encaminhamento do paciente ao dentista. O diagnóstico, por sua vez, deve ser realizado pelo ortodontista, utilizando exames clínico e de imagem, o que possibilita tratamento precoce e prognóstico favorável. Distúrbios na ATM devem ser tratados de forma multidisciplinar, incluindo tratamento farmacológico para o controle da dor e tratamento odontológico por meio de aparelhagem funcional e/ou ortodôntica, fisioterapêutico e por vezes fonoaudiológico. Concluímos que dentre os distúrbios orofaciais em pacientes com AIJ, as mudanças no crescimento mandibular geradas por disfunções na região da ATM parecem de grande prevalência. Tais disfunções podem promover, principalmente, mordida aberta, retrusão mandibular, micrognatia, apinhamento dentário e assimetria facial. O reumatologista pode detectar tais alterações precocemente, encaminhando o paciente de imediato a uma equipe que deve ser, preferencialmente, multidisciplinar, composta por ortodontista, fisioterapeuta e fonoaudiólogo, visando reduzir futuras complicações oclusais e de crescimento mandibular.Patients with juvenile idiopathic

  2. Intervenções de enfermagem para o cuidado de pacientes com artrite: revisão integrativa da literatura Intervenciones de enfermería para el cuidado de pacientes con artritis: revisión integradora Nursing interventions for the care of patients with arthritis: an integrative review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniella Soares dos Santos

    2012-12-01

    Full Text Available Esta revisão integrativa buscou analisar a produção científica relacionada aos cuidados de enfermagem para pacientes com artrite. Foram incluídos 12 estudos experimentais, randomizados e controlados, publicados nas bases de dados CINAHL, MEDLINE, SciELO e LILACS, utilizando os descritores controlados "arthritis" e "nursing". Os resultados apontaram a efetividade de musicoterapia, estimulação elétrica neuromuscular, toque terapêutico e imagem guiada associada a relaxamento, para o tratamento da dor. Ser atendido por enfermeira especialista aumentou a satisfação com o atendimento, melhorou o impacto da doença e aumento a procura por serviços de saúde. Programas educativos específicos para portadores de artrite estimularam a prática de exercícios físicos e aqueles direcionados a pessoas com problemas crônicos em geral mostraram-se efetivos para controlar a dor e a incapacidade funcional. Concluímos que existe um conjunto de intervenções que podem subsidiar a prática de enfermagem baseada em evidências junto aos idosos com artrite.Esta revisión integradora tuvo como objetivo analizar la literatura científica relacionada con los cuidados de enfermería en pacientes con artritis. Se incluyeron 12 estudios experimentales, los ensayos controlados aleatorios, publicados en las bases de datos CINAHL, MEDLINE, LILACS y SciELO, utilizando las palabras clave controladas "artritis" y "enfermería". Los resultados indican la efectividad de la musicoterapia, la estimulación eléctrica neuromuscular, toque terapéutico y la imaginación guiada asociada con la relajación, para el tratamiento del dolor. Ser tratado por una enfermera especialista aumentó la satisfacción con la atención, la mejora del impacto de la enfermedad y aumentar la demanda de servicios de salud. Los programas específicos de educación para personas con artritis estimulado ejercicios físicos y los destinados a las personas con enfermedades crónicas en general

  3. Rheumatoid Arthritis - Neuropsychology, Depression and Anxiety. A case - control study -120 Portuguese Female subjects.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Alberto Coelho Rebelo Maia

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivos: El presente estudio pretende registrar el nivel de impacta en las funciones cognitivas de la Artritis Reumatoide (AR en una muestra de pacientes portugueses. Métodos: En un estudio de caso-control, se comparan los resultados de 60 pacientes femeninos con artritis reumatoide (grupo de estudio y un grupo de mujeres de similar edad y escolaridad como grupo control. Todas las participantes fueron evaluadas con pruebas de atención selectiva ritmica auditiva, prueba de generación de lista de palabra, bateria neuropsicológ ica de Lu ria Ne braska, una prueba portug uesa de valoración de síntomas depresivos (IACLlDE, el STAI (prueba valoración de ansiedad y el Mini Mental Test. Resultados: el resultado de una variada serie de pruebas neuropsicológicas logra entregar evidencia, por primera vez de forma concluyente en pacientes portugueses, sobre los principales déficits en términos de funcionamiento cognitivo y su manifestación, junto con sintomatología depresiva y de ansiedad en pacientes con AR. Conclusión: Este artículo busca llamar la atención, desde una perspectiva psicoeducativa, sobre la importancia de un apoyo activo en la implementación de estimulación cognitiva, intervención psicoterapéutica y refuerzo de la intervención neuropsicológica en pacientes con Artritis Reumatoide.

  4. Mecanismos de la aterosclerosis y enfermedad cardiovascular en enfermedades autoimnunes sistémicas: integración de análisis inmunológicos, moleculares y epigenéticos

    OpenAIRE

    Pérez Sánchez, Carlos

    2017-01-01

    Las enfermedades autoinmunes son el resultado de una interacción entre factores genéticos predisponentes, una alteración del sistema inmune y factores ambientales desencadenantes. Numerosos estudios epidemiológicos han demostrado que patologías autoinmunes sistémicas como la Artritis Reumatoide (AR), el Síndrome Antifosfolípido (SAF), y el Lupus Eritematoso Sistémico (LES), presentan una elevada incidencia de eventos cardiovasculares y aterosclerosis y, como consecuencia, altos ratios de mort...

  5. Papel de hemo oxigensa-1 en la artritis inducida por transferencia de suero K/BxN. Caracterización del modelo experimental

    OpenAIRE

    Brines Juan, Rita

    2017-01-01

    La Artritis Reumatoide (AR) es una enfermedad sistémica, crónica y de carácter autoinmune que produce daño articular en los pacientes. Cursa con la degradación del hueso subcondral y del cartílago articular causando un gran dolor; además de ser una enfermedad incapacitante, puede provocar síntomas extraarticulares que afecten a otros órganos. El estudio de la patogenia y del tratamiento de la AR se desarrolla en gran medida sobre modelos animales de artritis experimental. En la actualidad...

  6. Lavado articular en el tratamiento de la artrosis de la rodilla: descripción de una nueva técnica y valoración de la eficacia y tolerancia de la misma

    OpenAIRE

    Caracuel Ruiz, Miguel Ángel

    2011-01-01

    El Lavado Articular (LA) es una medida terapéutica utilizada para el tratamiento de la patología articular, sobre articulaciones accesibles y desarrollada fundamentalmente en la patología de rodilla. El efecto del LA ha sido estudiado en pocas indicaciones concretas: artritis séptica, artritis reumatoide, condrocalcinosis y artrosis. Los objetivos de esta tesis son: 1) Valorar la eficacia del LA en pacientes con patología osteoarticular de rodilla (artrosis, condrocalcinosis y artritis). 2) C...

  7. Infecciones urinarias y sepsis urológica: pronóstico, evolución y tratamiento

    OpenAIRE

    Bedate Núñez, María

    2015-01-01

    El interés actual sobre la sepsis ha aumentado considerablemente, al igual que los conocimientos sobre la misma, debido sobre todo al descubrimiento de anomalías inflamatorias como causa de la morbimortalidad asociada a la sepsis; a la alteración en la síntesis de mediadores inflamatorios en afecciones tan dispares como: artritis reumatoide, asma, distréss respiratorio y al aumento de la relevancia económica en la sanidad actual: “Dilema entre lo económicamente posible y lo éticamente obligad...

  8. Avaliação de provas de fase aguda em crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil e sua correlação com atividade da doença Acute phase reactants evaluation in children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis and its correlation with disease activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alencar M. F. Nicácio

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO:Analisar a relação entre as provas de fase aguda e a atividade clínica da artrite idiopática juvenil e avaliar a concordância entre velocidade de hemossedimentação e proteína C reativa (VHS e PCR na fase aguda da doença. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo tipo coorte a partir da análise de prontuários de 30 crianças e adolescentes que preenchiam os critérios diagnósticos para artrite idiopática juvenil, estavam em atendimento em ambulatório de Reumatologia Pediátrica e haviam realizado as provas de fase aguda (VHS e PCR. RESULTADOS: Dos 30 pacientes, 21 (70% eram do sexo feminino e 19 (63,3% apresentavam o subtipo oligoarticular da doença. A média de idade de início dos sintomas foi 65,6 meses, a idade de diagnóstico de 85,3 e o tempo de evolução, 57,2 meses. As provas de fase aguda mostraram associação positiva com a atividade de doença. A anemia não teve relação com a atividade de doença. A concordância entre as duas provas de fase aguda foi superior a 80%. CONCLUSÕES: As provas de fase aguda mantêm relação positiva com a atividade da doença e o seu uso concomitante aumenta a especificidade.OBJECTIVE:To analyze the relationship between the acute phase reactants and the disease activity of Juvenile Idiopathic Arthritis (JIA and to evaluate the agreement between erythrocyte sedimentation rate and C-reactive protein during the acute phase of the disease. METHODS: a cohort retrospective study has been conducted based on the analysis of 30 children and adolescents who fulfilled the diagnostic criteria of JIA. All of them were in current follow-up at the pediatric rheumatology outpatient clinic and had acute phase reactants blood tests performed. RESULTS: Studied population comprised 30 patients: 21 (70% of them were females and 19 (63.3% presented oligoarticular subtype. The mean age at disease onset was 65.6 months; the age at diagnosis was 85.3 months and the follow-up had 57.2 months of

  9. Importância do raio X e exame físico no diagnóstico da artrite psoriática e sua prevalência no Hospital Universitário Evangélico de Curitiba (HUEC The importance of radiologic evaluation and physical examination in diagnosis of psoriatic arthritis and its prevalance in the Hospital Universitário Evangélico de Curitiba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Bächtold Machado

    2005-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: A artrite psoriática (AP é doença inflamatória associada com a psoríase da pele ou das unhas, com fator reumatóide (FR negativo e ausência de nódulos reumatóides. Pode ser extremamente agressiva, deixando o paciente incapacitado para realizar funções do dia-a-dia. A prevalência populacional é muito variável; historicamente oscila entre 2,6% e 7%, mas estudos recentes demonstram porcentagem variável de 23 a 69% na população com psoríase. O diagnóstico é de exclusão e, se realizado na fase inicial, oferece possibilidade de tratamento mais adequado, evitando complicações. O que define a presença da artrite é o exame físico adequado das articulações, já que o raio X pode estar normal. OBJETIVO: Este estudo tem a finalidade de avaliar a importância do raio X e do exame físico no diagnóstico da AP e sua prevalência nos pacientes com psoríase cutânea e ungueal do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. MATERIAL E MÉTODOS: Trinta pacientes com psoríase em acompanhamento nesse serviço foram submetidos a anamnese e exame físico minuciosos. Eles foram questionados quanto a alterações articulares, tempo e severidade de doença e comprometimento ungueal. Os que apresentavam queixas articulares foram encaminhados para investigação por exames complementares: hemograma, FR, VHS, e raio X da articulação comprometida. RESULTADOS: A maioria dos pacientes (56,5% referiu atralgia; contudo apenas três apresentavam artrite. Dos indivíduos com AP, um mostrou raio X normal, mas o exame físico estava alterado. CONCLUSÃO: O exame físico é fundamental para diagnóstico da AP; o raio X não. A prevalência de AP foi de 10%.BACKGROUND: Psoriatic arthritis (PA is an inflammatory disorder associated with skin and nail disease, negative rheumatoid factor (RF and absence of rheumatoid nodules. It can be a devastating and incapacitating condition. Its prevalence is highly variable, ranging from 2,6 to 7

  10. Análise dos índices de Helkimo e craniomandibular para diagnóstico de desordens temporomandibulares em pacientes com artrite reumatóide Analysis of helkimo and craniomandibular indexes for temporomandibular disorder diagnosis on rheumatoid arthritis patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suzana C. da Cunha

    2007-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: O estudo teve como finalidade avaliar a utilização de dois índices (Helkimo e craniomandibular para o diagnóstico da desordem temporomandibular (DTM em pacientes com Artrite Reumatóide (AR. MATERIAIS E MÉTODOS: A amostra foi de 80 pacientes divididos em dois grupos: pacientes com AR e pacientes sem AR. Em ambos os grupos os dois índices foram utilizados. No diagnóstico da DTM foram avaliados os seguintes sinais e sintomas: dor na ATM; limitação de abertura de boca e ruídos articulares. RESULTADOS: Os resultados mostram que dos pacientes com AR 87,1% eram do gênero feminino e 12,9% do masculino. Entre os pacientes sem AR, 70% eram do gênero feminino e 30% do masculino. A idade dos pacientes com AR variou de 24 a 78 anos. Entre os pacientes sem AR, a idade variou de 22 a 72 anos. Foi verificado que a prevalência de DTM foi mais elevada no grupo de pacientes com AR (98,6% - Helkimo e 87,1% - craniomandibular do que no grupo sem a doença (80% - Helkimo e 50% - craniomandibular. CONCLUSÃO: Em resumo, temos que ambos os índices são capazes de diagnosticar a desordem temporomandibular em pacientes com AR, entretanto o Índice de Helkimo é menos preciso.AIM: The aim of this study was to evaluate the use of two indexes (Helkimo and Craniomandibular for the diagnosis of temporomandibular disorder (TMD in patients with Rheumatoid Arthritis (RA. PATIENTS AND METHODS: The sample was composed of 80 patients divided into two groups: patients with RA and patients without RA. In both groups the two indexes were used. For TMD diagnosis, the following signs and symptoms were evaluated: TMJ pain, limited mouth opening and joint sounds. RESULTS: Results showed that of the RA patients, 87.1% were females and 12.9% were males. Among the patients without RA, 70% were females and 30% were males. The age of these RA patients ranged between 24 and 78 years. Among patients without RA, the age of the patients ranged between 22 and 72 years. It

  11. Síndrome de Felty: Presentación de un caso y revisión bibliográfica Felty's syndrome: A case report and literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M Domínguez

    Full Text Available El síndrome de Felty se caracteriza por reunir la tríada compuesta por: artritis reumatoide, neutropenia y esplenomegalia. Es una enfermedad autoinmune poco frecuente, con compromiso sistémico, articular y extra articular. Se desarrolla en personas de mediana edad, con historia de artritis reumatoide crónica deformante. El diagnóstico es eminentemente clínico y el tratamiento está enfocado a disminuir el dolor articular, las altas tasas de infecciones y evitar las deformidades óseas. Presentamos una paciente de 69 años de edad, diagnosticada en nuestro hospital, motivo por el que realizamos revisión bibliográfica de la entidad.Felty's syndrome has such as main feature the triad composed by: rheumatoid arthritis, neutropenia and splenomegaly. It is unusual autoimmune disease that compromises the nervous system as well as joint affectation and extra joint. This illness develops in middle aged subjects with arthritis rheumatoid chronic deform history. The diagnosis is clinical and the focus treatment is to diminish the articular pain, to reduce the infections high rates and to avoid the bony deformities. We report a clinical case of a patient who is 69 years-old, she was diagnosed in our hospital and we reviewed the bibliographic entity.

  12. Dimensiones de personalidad, sentido de coherencia y salud percibida en pacientes con un síndrome fibromiálgico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Besteiro

    2008-01-01

    Full Text Available Se evaluaron los rasgos de personalidad, el sentido de coherencia y la salud percibida en pacientes diagnosticadas con un síndrome fibromiálgico. Se utilizaron como controles pacientes diagnosticadas con artritis reumatoide y sujetos sanos. Se realizó un estudio ex post facto de tipo prospectivo. Tanto a las pacientes fibromiálgicas como a los controles se les aplicó el cuestionario de personalidad NEO PI-R, el OLQ de Antonovsky para evaluar el Sentido de Coherencia y el Cuestionario de Salud SF- 36 para evaluar la salud percibida. Las pacientes con fibromialgia obtuvieron puntuaciones más elevadas en neuroticismo y un sentido de coherencia más débil con niveles inferiores en las dimensiones de comprensibilidad y significado que las pacientes con artritis reumatoide y los controles sanos. Respecto a los índices de calidad de vida y a la salud percibida, las pacientes con fibromialgia muestran alteraciones en todas las dimensiones respecto a los grupos control. Los resultados obtenidos indican que las pacientes con fibromialgia presentan rasgos de personalidad y creencias de control que podrían actuar de forma patogénica favoreciendo la aparición de la enfermedad y alterando la percepción subjetiva de la misma.

  13. O papel do gene e da molécula HLA-G na expressão clínica das doenças reumatológicas The role of the HLA-G gene and molecule on the clinical expression of rheumatologic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claiton Viegas Brenol

    2012-02-01

    Full Text Available O antígeno leucocitário humano G (HLA-G é uma molécula não clássica de complexo principal de histocompatibilidade (MHC de classe I, caracterizada por baixo polimorfismo em sua região codificadora, um padrão de distribuição tecidual limitado em condições fisiológicas e expressão por meio de isoformas solúveis e acopladas à superfície de membranas por meio de splicing alternativo. O HLA-G é bastante conhecido por estar envolvido na indução e na manutenção da tolerância entre o sistema imunológico materno e o feto semialogênico ao nível da interface fetoplacentária. Além disso, diversos estudos apontam para um papel imunorregulatório mais amplo dessa molécula. Neste contexto, a expressão de HLA-G em doenças inflamatórias e reumatológicas é uma área relativamente recente de pesquisa. Os primeiros estudos descreveram a expressão de HLA-G em várias miopatias inflamatórias, dermatite atópica e psoríase cutânea. Com base nos achados de que o HLA-G poderia desviar respostas T helper para o tipo Th2, foi levantada a hipótese de que o HLA-G seria uma molécula protetora nas respostas inflamatórias. Neste artigo, revisamos os potenciais papéis da molécula HLA-G no sistema imunológico e em diversas doenças reumatológicas, tais como lúpus eritematoso sistêmico, artrite reumatoide, esclerose sistêmica e outrasHuman leukocyte antigen G (HLA-G is a non-classic class I major histocompatibility complex (MHC molecule characterized by low polymorphism in its coding region, a limited tissue distribution pattern in physiologic conditions, and expression through soluble isoforms and isoforms bound to surface membranes through alternative splicing. HLA-G is fairly known since it is involved in induction and maintenance of tolerance between the maternal immunologic system and the semi-allogeneic fetus at the level of the fetal-placental interface. Besides, several studies have indicated a wider immunoregulatory role of

  14. Aspectos da padronização de testes sorológicos para a doença de Chagas: um teste imunoenzimático para a triagem de doadores de sangue Standardization of serological tests in Chagas' disease: immunoenzimatic test for screening of blood bank donnors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Walter Ferreira

    1991-04-01

    Full Text Available No diagnóstico sorológico da doença de Chagas podem ser encontradas acentuadas divergências mesmo entre laboratórios de grande experiência. Para a padronização de um teste imunoenzimático destinado primariamente à seleção de doadores de sangue foram cuidadosamente escolhidos painéis de soros que se buscaram como representativos das populações de chagásicos e de não chagásicos. Produzido para máxima sensibilidade e estabilidade, o novo reagente (bioELISA - cruzi* foi testado em 1648 soros, com diagnóstico clínico de doença de Chagas em 219 e de outras afecções em 104. O teste foi comparado com testes já bem padronizados, de imunofluorescência (IF e de hemaglutinação (HA, em 1325 soros. O limiar de reatividade (cut off, estabelecido como ideal, foi indicado nos testes pela absorbância de um soro de reatividade mínima. A sensibilidade do teste imunoenzimático foi de 0,9954 e a especificidade, como conegatividade, de 0,9969. Não foram vistos resultados falso-positivos em casos de sífilis, toxoplasmose, mononucleose e de soros com altos títulos de anti-estreptolisina 0, mas foram encontrados em 5 de 15 casos de leishmaniose tegumentar, 10 de 24 casos de calazar, 1 de 15 casos de artrite reumatóide e 1 de 12 casos de lupus eritematoso sistêmico. Os altos índices de sensibilidade em chagásicos e de especificidade na população geral, traduzem a elevada confiabilidade do teste para triagem de doadores de sangue e para a confirmação de suspeita clínica de doença de Chagas.In the serological diagnosis of Chagas disease large divergences may be found even between laboratories with experience, as a consequence of different criteria for the standardization of the tests. To standardize a immunoenzimatic test developed primarily for screening blood donors, serum panels were carefully chosen so as to best represent chagasic and non-chagasic populations. Produced for the highest sensibility and stability, the new

  15. Frequência de disfunção sexual em mulheres com doenças reumáticas Frequency of sexual dysfunction in women with rheumatic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa de Castro Ferreira

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Pesquisar a prevalência de disfunção sexual em mulheres com as seguintes doenças reumáticas: lúpus eritematoso sistêmico, artrite reumatoide, esclerose sistêmica, síndrome antifosfolípide e fibromialgia acompanhados no Ambulatório de Reumatologia do Hospital Universitário de Brasília e do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. MÉTODOS: Utilizou-se o índice de função sexual feminina (Female Sexual Function Index - FSfi, questionário que contém 19 itens que avaliam 6 domínios: desejo sexual, excitação sexual, lubrificação vaginal, orgasmo, satisfação sexual e dor. RESULTADOS: Foram avaliadas 163 pacientes. A média de idade foi de 40,4 anos. A prevalência de disfunção sexual foi de 18,4%, porém 24,2% das pacientes não apresentaram atividade sexual nas últimas 4 semanas. Entre os subgrupos, as pacientes com fibromialgia e esclerose sistêmica foram as com maior índice de disfunção sexual (33%. Se excluirmos as pacientes sem atividade sexual, a taxa de disfunção sobe para 24,2%. CONCLUSÃO: A prevalência de disfunção sexual encontrada neste estudo foi menor em relação à literatura. Entretanto, 24,2% das pacientes entrevistadas negaram atividade sexual nas últimas 4 semanas, o que pode ter contribuído para o baixo índice de disfunção sexual.OBJECTIVE: To assess the prevalence of sexual dysfunction in women followed up at the Rheumatology Outpatient Clinic of the Hospital Universitário de Brasília and of the Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo with the following rheumatic diseases: systemic lupus erythematosus; rheumatoid arthritis; systemic sclerosis; antiphospholipid antibody syndrome; and fibromyalgia. METHODS: The Female Sexual Function Index (FSfi, obtained by applying a 19-item questionnaire that assesses six domains (sexual desire, arousal, vaginal lubrication, orgasm, sexual satisfaction and pain, was used. RESULTS: This study assessed 163 patients. The

  16. Ocorrência de doenças autoimunes tireoidianas em pacientes com doenças reumáticas Autoimmune thyroid disease in patients with rheumatic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Cristina Martins Vicente Robazzi

    2012-06-01

    Full Text Available Anormalidades na função tireoidiana e presença de autoanticorpos da tireoide têm sido frequentemente descritas em pacientes com doenças reumatológicas autoimunes, como síndrome de Sjögren, artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico e esclerodermia. São limitados os dados sobre prevalência e características clínicas de tireoidite autoimune em outras doenças reumatológicas, tais como febre reumática e lúpus eritematoso sistêmico juvenil. Os autores revisaram as associações de doenças autoimunes endócrinas e reumáticas, avaliando as diversas faixas etárias e condições clínicas. O levantamento bibliográfico foi realizado por meio de busca por artigos científicos indexados em bancos de dados de ciências da saúde em geral, como Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS, Medline/PubMed e Scientific Eletronic Library Online (SciELO. Utilizaram-se os seguintes descritores: "rheumatic autoimmune diseases and autoimmune thyroid diseases", "thyroid disorders and rheumatic diseases", "thyroiditis and rheumatic diseases", "autoimmune diseases and thyroid", e "pediatric rheumatic diseases and autoimmune thyroid diseases". Este estudo mostrou que, apesar de resultados contraditórios na literatura, há maior prevalência da associação entre doenças autoimunes da tireoide e doenças reumáticas, destacando-se a possibilidade de mecanismos patogênicos comuns entre as doenças.Thyroid function abnormalities and thyroid autoantibodies have been frequently described in patients with rheumatologic autoimmune diseases, such as Sjögren's syndrome, rheumatoid arthritis, systemic lupus erythematosus and scleroderma. Limited data are available regarding the prevalence and clinical characteristics of autoimmune thyroiditis in other rheumatologic disorders, such as rheumatic fever and juvenile systemic lupus erythematosus. The authors review the association of endocrine autoimmune and rheumatic

  17. Registro brasileiro de biológicos: processo de implementação e resultados preliminares do BiobadaBrasil Brazilian biologic registry: BiobadaBrasil implementation process and preliminary results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David C Titton

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O presente estudo teve por objetivo descrever o processo de implementação de um registro nacional em um país em desenvolvimento (Brasil e relatar os principais resultados preliminares do registro BiobadaBrasil. MATERAL E MÉTODOS: Através de um acordo com a PANLAR, o protocolo Biobadaser foi utilizado como modelo para a implementação de um novo registro no nosso país. Durante os dois primeiros anos desse esforço, o protocolo original foi adaptado, traduzido e apresentado a todos os reumatologistas brasileiros. Durante dez meses, dados de 1.037 pacientes (750 tratados com biológicos e 287 controles de 15 centros foram coletados. RESULTADOS: A maioria dos pacientes tinha artrite reumatoide (AR (n = 723. Infliximabe foi o agente anti-TNF mais usado, e a exposição total a biológicos foi 2.101 pacientes-ano. A razão mais comum para suspensão da droga foi ineficiência ou perda de efetividade (50%, e 30% dos pacientes interromperam o tratamento devido a eventos adversos. Três casos de tuberculose foram observados no grupo biológico, representando maior incidência do que aquela da população brasileira geral. Infecções foram observadas em 23% dos pacientes do grupo biológico, sendo o trato respiratório superior o local mais comumente afetado. Apenas um caso de hanseníase tuberculoide foi observado. Nenhuma morte nem malignidade atribuível ao efeito dos medicamentos foi observada até fevereiro de 2010. CONCLUSÕES: A implementação do registro foi bem sucedida. Embora recente, o registro BiobadaBrasil já forneceu importantes dados.OBJECTIVES: The present study aimed at describing the implementation process of a national registry in a developing country (Brazil and at reporting the main preliminary results of the BiobadaBrasil registry. MATERIAL AND METHODS: Through a PANLAR agreement, the Biobadaser protocol was used as a model for implementing the new registry in our country. During the first two years of this

  18. Impacto da atividade inflamatória e uso de glicocorticóide nas variáveis nutricionais da artrite idiopática juvenil Impact of inflammatory activity and glucocorticoid use in the nutritional variables of juvenile idiopathic arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Souza Bisotto

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o estado nutricional na artrite idiopática juvenil (AIJ, a influência da atividade inflamatória e o uso de glicocorticóide. MÉTODOS: foram estudados 116 pacientes com AIJ diagnosticados segundo os critérios da ILAR/1997. Subtipo e atividade da doença foram determinados por reumatologistas pediátricos, e a dose cumulativa de glicocorticóide foi revisada nos prontuários dos pacientes. Foram determinados os percentis do índice de massa corporal (IMC e da prega cutânea tricipital (PCT e o escore Z da estatura, de acordo com a OMS. Considerou-se baixo peso e baixa adiposidade quando o IMC e a PCT apresentavam-se abaixo do percentil 5. Baixa estatura foi definida por escore Z de estatura para idade menor do que -2. O nível sérico de IGF-1 foi medido por meio de radioimunoensaio. RESULTADOS: as prevalências de baixo peso, baixa adiposidade e baixa estatura foram 16,4%, 20,7% e 10,4%, respectivamente. Níveis séricos reduzidos de IGF-1 foram observados em 14 pacientes (12,1%. Os fatores negativamente associados com o escore Z da estatura na análise de regressão multivariável foram: duração da doença (coeficiente parcial de correlação, intervalo de confiança de 95%: -0,370, -0,527 a -0,188: pOBJECTIVE: To assess the nutritional status in juvenile idiopathic arthritis (JIA and the influence of inflammatory activity and glucocorticoid use. METHODS: One hundred and sixteen patients were evaluated. Disease subtype and disease activity were defined by the attending physician, and the cumulative glucocorticoid dose was recorded by chart review. The percentiles of body mass index (BMI and triceps skinfold (TSF and the Z-score for height were determined: low weight and low adiposity were diagnosed when BMI and TSF were below the 5th percentile. Short stature was defined by a Z-score of height for age < -2. The serum level of IGF-I was measured by radioimmunoassay. RESULTS: The prevalences of low weight, low adiposity

  19. Inadequação do consumo alimentar de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil e lúpus eritematoso sistêmico Inadequate dietary intake of children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis and systemic lupus erythematosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle C. Caetano

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar o consumo alimentar de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil (AIJ e lúpus eritematoso sistêmico (LES por recordatório de 24 horas e relacioná-lo com características clínicas e antropométricas e com os medicamentos empregados. MÉTODOS: Em estudo transversal, avaliamos os recordatórios de 24 horas de pacientes ambulatoriais. O estado nutricional foi classificado pelo CDC, 2000. Para o cálculo da ingestão, utilizamos o software NutWin UNIFESP-EPM. Para a análise quantitativa e qualitativa, adotamos as Recommended Dietary Allowances e a pirâmide alimentar brasileira. RESULTADOS: A mediana de idade foi 12 na AIJ e 16,5 anos no LES. Na AIJ, 37,5% dos pacientes estavam em atividade de doença, e, no LES, 68,2% tinham Systemic Lupus Erythematosus Disease Activity Index > 4. Foi encontrada desnutrição em 8,3 e 4,5% dos pacientes com AIJ e com LES, respectivamente, e obesidade, em 16,7 e 18,2%. Na AIJ, o consumo excessivo de energia, proteína e lipídios foi de 12,5, 75 e 31,3%, respectivamente. No LES, o consumo excessivo de energia, proteína e lipídios foi de 13,6, 86,4 e 36,4%, respectivamente. Consumo deficiente de ferro, zinco e vitamina A foi observado em 29,2 e 50, 87,5 e 86,4 e 87,5 e 95,2% dos pacientes com AIJ e LES, respectivamente. Não houve relação significante entre consumo, atividade da doença e estado nutricional. CONCLUSÃO: Pacientes com doenças reumáticas apresentam inadequação do consumo alimentar. Ressaltamos a ingestão excessiva de lipídios e proteínas e a ingestão insuficiente de micronutrientes.OBJECTIVES: To evaluate the dietary intake of children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis (JIA and juvenile systemic lupus erythematosus (JSLE using a 24-hour diet recall and relating it to the patients clinical and anthropometric characteristics and to the drugs used in their treatment. METHODS: By means of a cross-sectional study, we assessed the 24-hour

  20. Interleucina-6: ¿amiga o enemiga? Bases para comprender su utilidad como objetivo terapéutico = Interleukin-6: friend or foe? Basis to understand its utility as a therapeutic target

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saavedra Ramírez, Publio Giovanni

    2011-06-01

    Full Text Available Las citocinas son moléculas de comunicación intercelular. Exhiben una gran cantidad de funciones en diferentes sistemas y procesos orgánicos; en particular, ejercen una acción muy importante en los mecanismos que producen la inflamación. La interleucina-6 es una molécula pleiotrópica con acciones proinflamatorias y antinflamatorias. Diversas fuentes de evidencia la vinculan de modo importante y directo con la fisiopatología de diferentes enfermedades autoinmunes. Este artículo revisa las bases moleculares y los diversos efectos biológicos de esta citoquina, así como la experiencia clínica acumulada hasta la fecha con terapias dirigidas al bloqueo de sus acciones proinflamatorias en pacientes con artritis reumatoide.

  1. Rhupus, un síndrome poco frecuente: Reporte de un caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bryan Abarca-Acuña

    2015-01-01

    Full Text Available El Rhupus es uno de los síndromes de overlap, en la que existe sobreposición de artritis reumatoide y lupus eritematoso sistémico. Se reporta el caso de una mujer de 47 años de edad, con un cuadro caracterizado por poliartralgias a predominio en ambas rodillas y cadera derecha, fotosensibilidad, alopecia difusa, úlceras orales, dedos en cuello de cisne en manos, hallux valgus en ambos pies y edema en miembros superiores e inferiores. La coexistencia de dos o más enfermedades del tejido conectivo en un mismo paciente es un raro fenómeno, en especial la de LES y AR, la cual ha sido estimada entre el 0,01 y el 2%.

  2. Utilización terapéutica de las aguas y fangos mineromedicinales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alicia Lagarto Parra

    2002-04-01

    Full Text Available Se presenta una revisión acerca del uso de las aguas y fangos mineromedicinales donde se tratan los antecedentes históricos, clasificación de las aguas minerales, indicaciones para la terapia dermatológica, aplicaciones terapéuticas de las aguas y fangos mineromedicinales en enfermedades como osteoartritis, osteoartrosis, artritis reumatoide y afecciones dermatológicasA review is made on the use of the mineral and medicinal waters and muds to deal with their historical background, classification of the mineral waters, indications for dermatological therapy, and therapeutic applications of the mineral and medicinal waters and muds in diseases such as osteoarthritis, osteoarthrosis, rheumatoid arthritis and skin affections.

  3. [The first anthropological study of the victims of World War I].

    Science.gov (United States)

    Gaudio, D; Galassi, A; Poppa, P; Cattaneo, C

    2009-01-01

    In Italy many hundreds of victims of both armies who fought WWI still attend to be recovered and, if possible, identified and given back to their relatives. This study has as its objective to carry out a correct recovery, anthropological analysis and possible identification of these soldiers. Our plan has been elaborated so that it may involve various experts of different disciplines (archeologists, historians, antropologists, but also genetists and entomologists). So far, in this research project, 35 recovered skeletons have been studied. Thus the biological profile was defined (sex, age, stature and ancestry) then pathologies as well as trauma. The first results show the presence of adult men but also of adolescents. The subjects show diseases of a degenerative type (arthrosis, reumatoide arthritis), as well as perimortal lesions linked to blunt trauma, explosions, or due bullet wounds.

  4. Inhibitory Effects of Soyeum Pharmacopuncture (SPP on LPS-induced Inflammation Related Cytokine Expressions of RAW 264.7 cells

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yoon Mi-Young

    2007-12-01

    Full Text Available Aim : This study was done to investigate whether SPP has inhibitory effects on the activation of RAW 264.7 cells. Method : In tumor necrosis factor-a (TNF-a/ interleukin-1b (IL-1b and IL-6, the mRNA expression of molecular indicators related to inflammatory changes of the Reumatoid Arthritis (RA were examined using quantitative real-time PCR. Results : The treatment of SPP significantly suppressed the expression of proinflammatory cytokines and chemokines such as TNF-a, IL-1b, IL-6 compared with the control. The expression of NOS-II was considerably reduced, which was accompanied by a reduction in the production of nitric oxide (NO. It also reduced the expression of TNF-αin serum of Balb/c mice compared with control group. Conclusion : SPP is an effective herbal material for suppressing the inflammation related cytokines of RAW 264.7 cells.

  5. Avaliação do perfil sociodemográfico, clínico-laboratorial e terapêutico dos pacientes com artrite reumatóide que participaram de projetos de pesquisa na Escola Paulista de Medicina, nos últimos 25 anos Evaluation of the sociodemographic, clinical-laboratorial and therapeutic profile of rheumatoid arthritis patients who participated of research projects in the Escola Paulista de Medicina in the last 25 years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirhelen Mendes de Abreu

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever o perfil sociodemográfico, clínico-laboratorial e terapêutico dos pacientes com artrite reumatóide (AR do ambulatório de reumatologia da Escola Paulista de Medicina (EPM-UNIFESP que participaram de teses de pós-graduação no período de 25 anos, compreendido entre 1979 e 2004. PACIENTES E MÉTODOS: teses que avaliaram pacientes com AR da EPM. Exclusão: teses que incluíram pacientes de outras instituições ou com outras doencas. Classificação dos estudos: conforme o período de conclusão - I (1979-1984; II (1985-1989; III (1990-1994; IV (1995-1999; V (2000-2004 - e tipo de estudo (pesquisa básica; reabilitação; radiologia; qualidade de vida; epidemiologia e economia de saúde. RESULTADOS: Foram selecionadas 26 de 65 teses. Houve um predomínio de pesquisa básica (7 teses nos três primeiros períodos, seguidos por reabilitação (6 teses e de qualidade de vida (5 teses. Demografia: média de idade de 52 anos, predomínio do sexo feminino e raça branca. A escolaridade, avaliada em 5 estudos (qualidade de vida e economia de saúde, apresentou nível médio e superior de ensino nos últimos períodos. A classificação funcional (CF foi pesquisada em 11 estudos, com maior prevalência da CF II. Tratamento: predomínio do uso de antiinflamatórios não-esteroidais (AINEs e corticóides nos períodos I a III e, nos períodos III e V, de drogas modificadoras de atividade de doença (DMARDs, especialmente de metotrexato (MTX. CONCLUSÕES: observou-se alteração no nível de escolaridade e predomínio dos estudos de pesquisa básica, reabilitação e qualidade de vida. Houve preferência inicial pelos AINEs e, atualmente, pelos DMARDs.OBJECTIVE: To analyse the clinical, laboratory, treatment and social progress of patients with rheumatoid arthritis (RA who attend at Escola Paulista de Medicina (EPM-UNIFESP, Brazil, submitted to researching theses from 1979 to September, 2004. PATIENTS AND METHODS: 65 researches

  6. Artrodese do punho com fixação mínima preservando as articulações carpometacarpianas Wrist arthrodesis with minimal internal fixation preserving the carpometacarpal joints

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlindo Gomes Pardini Júnior

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Artrodese do punho é uma cirurgia que deve ser sempre considerada em casos de patologias que alteram sua estrutura anatômica e funcional. Em geral os resultados são muito satisfatórios, principalmente no alívio da dor e na maioria das vezes a melhora funcional é considerável. Existem várias técnicas descritas, com variações no método de fixação interna e a maioria delas incluindo as articulações carpometacarpianas na fusão. O objetivo deste estudo é avaliar os resultados da artrodese do punho com uma técnica mais simples, mais biológica, menos dispendiosa e que não inclui as articulações carpometacarpianas. MÉTODOS: foram avaliados 15 pacientes (seis sequelas de traumatismo, quatro de artrite reumatoide, três de Kienbock grau IV, um de Preiser e um de pan-artrose. A técnica consistiu no uso de placa óssea do ilíaco e fixação com fios de Kirschner, sem incluir as articulações carpometacarpianas. RESULTADOS: A avaliação foi feita conforme o tempo de consolidação (93% em sete semanas; movimentos dos dedos e de pronossupinação; da força de pinça e preensão; avaliação funcional pelo questionário DASH, da dor e satisfação dos pacientes. Em geral, os resultados foram semelhantes aos das outras técnicas mais agressivas e a não inclusão das articulações carpometacarpianas na artrodese não afetou o resultado final. CONCLUSÃO: A artrodese do punho com fixação através de fios de Kirschner e uso de placa óssea do ilíaco preservando as articulações carpometacarpianas dá resultado bom ou excelente, não inferior ao de outras técnicas descritas. Apresenta, porém uma grande vantagem sobre as demais: é menos agressiva, mais barata e não apresenta os inconvenientes do uso de placas e parafusos sujeitos a maiores complicaçõesOBJECTIVE: Wrist arthrodesis is a surgical procedure that should always be considered in pathologies where there is alteration of the anatomical and functional

  7. Psoriatik Artritli Bir Hastada Ižnfliksimab Tedavisi Sirasinda Gelisen Guillain-Barre Sendromu: Olgu Sunumu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osman Tufekci

    2014-12-01

    Full Text Available Tumor necrosis factor (TNF-α plays an important role in many aspects of immune system development, immune-response regulation, and T-cell–mediated tissue injury. The evidence that TNF-α, released by auto reactive T cells and macrophages, may contribute to the pathogenesis of immune-mediated demyelinating neuropathies is reviewed. Demyelinating neuropathies are rare adverse events of anti–TNF-α therapy. Improvement usually occurs after drug interruption and/or in association with conventional treatments for demyelinating neuropathies. We aimed to report a patient with demyelinating neuropathy occurring after TNF blocker (infliximab treatment. The development of Guillain-Barre syndrome in this report may have been secondary to anti-TNF-α treatment.  The influence of anti-TNF-α treatment continuation on the long-term course of neuropathy is variable, suggesting that anti-TNF-α treatment withdrawal is not always necessary for neuropathy control. But such as the report, anti-TNF-α treatment may be stopped.

  8. Neurite óptica em paciente com artrite idiopática juvenil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela MR Lourenço

    2014-12-01

    Full Text Available O bloqueio do TNF tem tido sucesso no tratamento de algumas doenças reumáticas, como a espondiloartrite. Relatam-se muitas complicações infecciosas com a terapia anti-TNF, principalmente infecções bacterianas, micobacterianas, virais e fúngicas. A Entamoeba histolytica é um protozoário extracelular que causa principalmente colite e abscesso hepático, sendo que a perfuração intestinal é uma complicação rara, com alta mortalidade. O TNF é considerado o principal mediador da imunidade celular contra a amebíase. Inicialmente, é quimiotático para a E. histolytica, potencializando sua adesão ao enterócito por meio da lectina galactose-inibível, e depois ativando os macrófagos para matarem a ameba pela liberação de NO; assim, o bloqueio do TNF poderia ser prejudicial, aumentando a virulência amebiana. Descreve-se o caso de uma mulher de 46 anos com espondiloartrite que apresentou uma perfuração do colo por colite amebiana invasiva durante uso de anti-TNF.

  9. Depresyonu Olmayan Saglikli Kontrol, Romatoid Artrit ve Fibromyalji Hastalarinda Kognitif Fonksiyonlarin Karsilastirilmasi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ayhan Bilgici

    2013-10-01

    Full Text Available Aim: The purpose of this study was to assess the cognitive performance in fibromyalgia(FM patients without depression and to compare it with rheumatoid arthritis(RA patients and 15 healthy controls. Material and Method: 16 FM and 15 RA patients participated in the present study. All participants completed several psychological measures. The cognitive functions measured were attention/working memory, language, visual and verbal memory, visuo-spatial processes and executive functions. Pain severity, fatigue and sleep quality in FM patients were evaluated by the visual analog scale(VAS(0-10. Other symptoms of FM were evaluated using the Fibromyalgia Impact Questionnaire(FIQ. Results: FM and RA patients performed poorly on most cognitive measurements compared with healthy controls. The performance of the FM patients was similar to that of the RA patients on most cognitive measures. However, FM patients performed more poorly than RA patients on measures of executive functions(p<0,05. Self reported pain correlated with 2 cognitive measures: global attention/working memory and executive functions(r=0.51, p<0.05 and r=0,68, p<0,05 respectively. The fatigue correlated only with executive functions(r=0,51, p<0,05. Discussion: Our results indicated that FM patients without depression had poor cognitive performance on complex cognitive tasks. In addition, the present results show that some variables such as pain and fatigue were significantly related to cognitive performance.

  10. ¿(Anti-TNF-¿ y tuberculosis pulmonar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlo Vinicio Caballero Uribe

    2006-01-01

    Full Text Available Presentación de una paciente con artritis reumatoide severa en tratamiento con inhibidores del Factor de Necrosis Tumoral (Anti-TNF, quien presenta además un cuadro de tuberculosis pulmonar. La artritis reumatoide es una enfermedad inflamatoria crónica de las articulaciones, que afecta en un inicio la membrana sinovial, pero que si no es tratada oportunamente lleva a daño estructural irreversible del sistema músculo-esquelético y eventualmente de otros sistemas orgánicos. Dentro de los criterios de la American College of Rheumatology se incluyen la Rigidez Matutina, Artritis de 3 o más articulaciones, Artritis simétrica, Nódulos reumáticos, Factor Reumatoideo y hallazgos radiográficos. Dentro de la patogenia de esta enfermedad, el Factor de Necrosis Tumoral es una citocina que juega un papel importante, una producción elevada de TNF-α se ha encontrado en la sinovial de estos pacientes, y por su capacidad de inducir la producción de otras citocinas, como IL-6, IL-17, GM-CSF, M-CSF, e incluso IL-1 y TNF-α (función autócrina, parecería que el TNF-α ejerce una acción “jerárquica” dentro de la llamada red de citocinas y una inhibición de su acción da como resultado un beneficio terapéutico en los pacientes con AR. Sin embargo, es conocido que la infección concurrente más frecuentemente informada con el uso de agentes biológicos (Anti-TNF es la TB, y la incidencia de ésta se ha incrementado desde el advenimiento de la terapia biológica. Por tanto, la descripción de este caso no corresponde a un hecho médico aislado, sino a una problemática actual y real. Este es el primer caso que se reporta en la Costa Caribe.

  11. Prevalencia de los factores de riesgo de fractura por fragilidad en varones de 40 a 90 años de una zona básica de salud rural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Gómez Navarro

    2011-01-01

    Full Text Available Fundamento: La osteoporosis, y como consecuencia de ella las fracturas por fragilidad, se han convertido en los últimos años en un importante problema de salud pública en los países desarrollados. Aunque es bien conocida su epidemiología y factores de riesgo en la mujer postmenopáusica son escasos los trabajos centrados en analizar esta patología en los hombres. El objetivo es determinar la prevalencia de los factores de riesgo de fractura por fragilidad en los varones y calcular su riesgo absoluto de fractura osteoporótica mayor y de fractura de cadera. Métodos: Estudio descriptivo transversal realizado en una zona de salud rural. La población de estudio fueron los varones de entre 40 y 90 años. No se contemplaron causas de exclusión. Se realizó entrevista personal recogiendo los siguientes datos: edad, peso, talla, índice de masa corporal (IMC, antecedente de fractura previa, antecedente de fractura de cadera en progenitores, habito tabáquico, consumo de corticoides, antecedente de artritis reumatoide, osteoporosis secundaria, consumo de alcohol y densidad mineral ósea (DMO. Con estos datos se calculó el riesgo absoluto de fractura y el riesgo de fractura de cadera mediante la aplicación de la herramienta FRAX®. Resultados: Se estudió a 431 hombres. Media de edad 65,8 ± 13,9 años e IMC de 28,4 ± 4,3 Kg/m². A ninguno se le había determinado DMO. Prevalencia de los factores de riesgo: fractura previa 3,7%; progenitores con fractura de cadera 10,4%; fumadores 21,1%; corticoides 2,8%; artritis reumatoide 0,9%; osteoporosis secundaria 2,3%; alcohol 30,9%. Riesgo absoluto de fractura del 3,7 ± 3,1 IC al 95% (3,43-4,02 y riesgo de fractura de cadera del 1,7 ± 2,5 IC al 95% (1,51-1,98. Conclusiones: Especialmente importante en el varón sería supresión del alcohol y del tabaco.

  12. Maculopatía tóxica por cloroquina y rehabilitación visual mediante microperímetro MP1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayrelis Quintero Busutil

    Full Text Available La cloroquina es un fármaco que puede producir disfunciones visuales, baja visión e incluso ceguera según la dosis. Una dosis acumulativa menor a 100 g de cloroquina, o una duración de tratamiento de menos de un año raramente se asocia con lesión retiniana. El riesgo de toxicidad aumenta cuando la dosis acumulativa excede los 300 g (250mg/día durante 3 años. Este medicamento es utilizado en el tratamiento de enfermedades autoinmunes. Se presenta una paciente de 44 años de edad, con antecedentes de artritis reumatoide hace 14 años para lo cual se indicó tratamiento con cloroquina (1 tableta 250 mg/diaria desde el diagnóstico inicial, y presenta un diagnóstico de maculopatía por cloroquina hace 5 años, a consulta por presentar baja visión y solicitando una posibilidad de rehabilitación visual. Se realizó examen oftalmológico, estudios complementarios y se rehabilitó mediante el microperímetro MP1. Se concluye que la maculopatía por cloroquina es una de las causas de discapacidad visual y que la rehabilitación visual con microperimetría proporciona mejoría en varios parámetros visuales, mejorando la calidad visual del paciente.

  13. Retinal toxicity induced by antimalarial drugs: literature review and case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Garza-Leon

    2016-06-01

    Full Text Available Los antipalúdicos son fármacos ampliamente utilizados en varios países para el control de enfermedades reumatológicas como el lupus eritematoso sistémico y la artritis reumatoide. En México continúan siendo muy aceptados por su bajo costo y pocos efectos adversos, la mayoría de ellos no graves y reversibles. Sin embargo, a nivel oftalmológico se produce acúmulo de los metabolitos de estos medicamentos que provoca un daño visual que puede llegar a ser irreversible. Por esta razón es importante una evaluación oftalmológica y un seguimiento adecuado de estos pacientes. A través de un caso clínico ejemplificamos los hallazgos oftalmológicos característicos así como los factores de riesgo de la toxicidad retiniana y finalmente se discuten los lineamientos actuales para el diagnóstico y seguimiento en pacientes que utilizan estos medicamentos.

  14. Infliximab en pacientes con enfermedad ocular inflamatoria, refractarios a DARMES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elmer R. García-Salazar

    2013-07-01

    Full Text Available Se describe la experiencia con infliximab (anticuerpo monoclonal con una potente acción antiinflamatoria en el tratamiento de enfermedades oculares inflamatorias secundarias a patologías reumáticas y refractarias a drogas antirreumáticas modificadoras de la enfermedad (DARMES. Se evaluó el caso de una paciente de 50 años con artritis reumatoide (AR de fondo activo y una paciente de 37 años con vasculitis anticuerpos anticitoplasma de neutrófilos especifico para mieloperoxidasa (ANCA MPO sin compromiso de órgano noble, ambas con escleritis bilateral y perforación con prolapso de iris del ojo izquierdo. Ellas recibieron infliximab EV en dosis de 3 a 5 mg/kg/dosis, según el esquema, a las 0, 2, 6 y 8 semanas. Infliximab resultó eficaz y seguro para el tratamiento de escleritis asociada a AR y vasculitis ANCA MPO positivo, refractaria a tratamiento con DARMES y corticoides en dosis altas. Los injertos de tejido esclerocorneal evolucionaron favorablemente con infliximab.

  15. Plantas cubanas con efecto antiinflamatorio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ivis Regalado Veloz

    Full Text Available La actividad antiinflamatoria suscita gran interés científico en el área farmacológica, debido a que muchas enfermedades en su evolución cursan por procesos inflamatorios (artritis reumatoide, ateroesclerosis, cáncer, diabetes, gota, asma, dermatitis, trastornos neurodegenerativos y diversas dolencias menores. Las enfermedades inflamatorias constituyen un problema de salud importante, debido a la falta de medicamentos eficaces y seguros para su uso por periodos prolongados. Hoy en día se trabaja en la búsqueda de alternativas de antiinflamatorios más seguros, en el que las plantas medicinales, una de las formas más antiguas de tratamiento, constituyen una elección a considerar. En este trabajo se realizó una revisión bibliográfica, sobre especies de plantas que crecen en Cuba que le reportan propiedades farmacológicas como antinflamatorios. En la revisión de la literatura se utilizó la base de datos Medline (vía PubMed, así como revistas nacionales desde el periodo de 2000 hasta el presente, con las palabras claves "inflamación" y "plantas cubanas antiinflamatorias" o "actividad antiinflamatoria" y "plantas medicinales".

  16. Enfermedad crónica: satisfacción vital y estilos de personalidad adaptativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María José Sánchez Elena

    2014-01-01

    Full Text Available La satisfacción vital es el principal indicador del bienestar subjetivo, importante parámetro de salud pública. Se pretende conocer si el padecimiento de distintas enfermedades crónicas implica diferencias en dicho indicador, así como identificar qué características de personalidad resultan más adaptativas en cada caso. Este estudio transversal cuenta con una muestra de 160 personas pertenecientes a cinco grupos (personas en tratamiento de hemodiálisis, con trasplante renal, con artritis reumatoide, con espondilitis anquilosante y control a las que se les administró el inventario de estilos de personalidad normal de Millon (2001 y la escala de satisfacción vital de Diener Emmons, Larsen y Griffing (1985. El grupo de hemodiálisis presenta los niveles más bajos de satisfacción vital; las variables de personalidad explican gran parte de la varianza en satisfacción en todos los grupos excepto en el de trasplante. Dichos factores de personalidad facilitarían la prevención terciaria al mejorar el ajuste psicológico y evitar la comorbilidad.

  17. A rheumatoid nodule mimicking soft tissue sarcoma on MR: a case report

    International Nuclear Information System (INIS)

    Choi, Joon Il; Kong, Keun Young; Kang, Heung Sik

    2000-01-01

    We report a case of rheumatoid nodule of the right knee in a 55-year-old woman which on the basis of MR images was misdiagnosed as soft tissue sarcoma. Reumatoid nodules occur in up to 20% of adult patients with rheumatoid arthritis and most patients with rheumatoid nodules are rheumatoid factor positive. The nodules are most commonly located between the skin and an underlying bony prominence. In this case, the patient had a history of rheumatoid arthritis and a soft tissue mass was present in the lateral aspect of the right knee. T1-weighted images revealed a mass of similar signal intensity to that of muscle, and on T2-weighted images, a central portion of high signal intensity was noted. Enhanced T1-weighted images demonstrated peripheral rim enhancement. The mass extended to subcutaneous tissue, with penetration of lateral patellar retinaculum. Excisional biopsy was performed, and the pathologic diagnosis was rheumatoid nodule. Although its radiologic findings are non-specific, rheumatoid nodule should -in appropriate clinical setting- be included in the differential diagnosis of a predominantly solid or centrally necrotic periarticular soft tissue. (author)

  18. Resiliencia y características sociodemográficas en enfermos crónicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Japcy Margarita Quiceno

    2012-01-01

    Full Text Available El propósito de este estudio fue identificar las diferencias y relaciones de la resiliencia en función de las características sociodemográficas y clínicas, y analizar el peso de estas sobre la resiliencia en 121 pacientes con diagnóstico de artritis reumatoide, enfermedad pulmonar obstructiva crónica e insuficiencia renal crónica de la ciudad de Medellín, Colombia. Se utilizó como medición la escala de resiliencia RS y la escala de resiliencia breve CD-RISC2. A nivel de resultados no se encontraron diferencias estadísticamente significativas de la resiliencia en función a la características sociodemográficas. El análisis de regresión lineal múltiple mostró que el tiempo de diagnóstico tuvo un peso negativo sobre la resiliencia. En conclusión, las características clínicas tienen mayor relevancia sobre la resiliencia que las sociodemográficas cuando se es adulto mayor y con diagnóstico de enfermedad crónica.

  19. Why are Dutch rheumatologists reluctant to use the COBRA treatment strategy in early rheumatoid arthritis?

    Science.gov (United States)

    van Tuyl, Lilian H D; Plass, Anne Marie C; Lems, Willem F; Voskuyl, Alexandre E; Dijkmans, Ben A C; Boers, Maarten

    2007-01-01

    Background The Combinatietherapie Bij Reumatoide Artritis (COBRA) trial has proved that combination therapy with prednisolone, methotrexate and sulphasalazine is superior to sulphasalazine monotherapy in suppressing disease activity and radiological progression of early rheumatoid arthritis (RA). In addition, 5 years of follow‐up proved that COBRA therapy results in sustained reduction of the rate of radiological progression. Despite this evidence, Dutch rheumatologists seem reluctant to prescribe COBRA therapy. Objective To explore the reasons for the reluctance in Dutch rheumatologists to prescribe COBRA therapy. Methods A short structured questionnaire based on social–psychological theories of behaviour was sent to all Dutch rheumatologists (n = 230). Results The response rate was 50%. COBRA therapy was perceived as both effective and safe, but complex to administer. Furthermore, rheumatologists expressed their concern about the large number of pills that had to be taken, the side effects of high‐dose prednisolone and the low dose of methotrexate. Although the average attitude towards the COBRA therapy was slightly positive (above the neutral point), the majority of responding rheumatologists had a negative intention (below the neutral point) to prescribe COBRA therapy in the near future. Conclusion The reluctance of Dutch rheumatologists to prescribe effective COBRA therapy may be due to perceptions of complexity of the treatment schedule and negative patient‐related consequences of the therapy. PMID:17392349

  20. Preparation and evaluation of functional foods in adjuvant arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Al-Okbi, S. Y.

    2012-10-01

    Full Text Available Adjuvant arthritis is an animal model that closely resembles rheumatoid arthritis in humans. It is a successful working model used to study new anti-inflammatory agents. In previous studies (animal and clinical we have shown that evening primrose oil, fish oil and the methanol extract of date fruits and fenugreek seeds have anti-inflammatory activity and that the methanol extract of dates has an antioxidant effect. Based on these studies, the aim of the present study was to prepare 7 functional foods containing such bioactive fractions separately or in combination and to evaluate them in adjuvant arthritis in rats, study the stability of bioactive ingredients and evaluate their sensory properties. The studied biochemical parameters were erythrocyte sedimentation rate, erythrocyte superoxide dismutase, glutathione peroxidase and plasma copper, zinc and interlukin 2. Nutritional parameters, including body weight gain, food intake and food efficiency ratio were monitored during the feeding of the functional foods. The bioactive ingredients assessed were total phenolic contents and fatty acids. The results showed improvement in the biochemical parameters, body weight gain and food efficiency ratio of arthritic rats fed on the functional foods with different degrees. All the prepared functional foods were sensory accepted. The active ingredients showed stability during storage. In conclusion, all the tested functional foods showed promising antiinflammatory activity and were determined to be acceptable through sensory evaluation which means that their potential beneficial use as dietary supplements in rheumatoid arthritis patients may be recommended.

    La artritis adyuvante es un modelo utilizado en animales y se caracteriza por ser muy parecida a la artritis reumatoide en humanos. Se trata de un modelo de trabajo utilizado con éxito para estudiar nuevos agentes anti-inflamatorios. En estudios previos (animales y clínica hemos demostrado que

  1. Apitherapy as a complementary therapeutic alternative for physical therapy in patients with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Amalia Vélez-Tobar

    2010-03-01

    Full Text Available Introduction: Physical therapy in Reumatoid Arthritis (RA patients seek reduce pain, improve join mobility, avoid muscular atrophy and increase functional activity. Our study introduces Apitherapy (bee venom therapy like acomplementary physical modality in the rehabilitation management of RA patients in acute phase. Apitoxin or bee venom has demonstrated analgesic, anti-inflammatory, and tissue repair proprieties. Materials and methods: We selectfour AR patients, following the ACR yardsticks. They were tree adult woman anda one male who accept to participate like voluntaries in a simple observational study. All patients were full informed about the risk and potential benefit of bevenom therapy. We evaluate all patients with allergy tests and reject sensibility to apitoxin, as well other systemic diseases. All patients were evaluated with HAQ, EVA, AHI, join mobility test, and whit pain body map. The patients received conventional Physical Therapy treatment in the first phase, and them one month later, they received Physical Therapy with Apiteraphy. Outcomes: Tree of four patients (all woman answered best to the Physical Therapy plus Apitherapy that to the Physical Therapy alone. All patients reported decreased of symptoms and greater reduction of RA sings after Physical Therapy plus Apitherapy treatment that Physical Therapy alone. The last patient hasn't changes with Apitherapy. However, none of these findings got statistics significance. Conclusions: Is possible to conjugate Physical Therapy with Apitherapy in the rehabilitation treatment of RA patients and wait positive changes in pain and physical function in some of them that can be best that Physical Therapy alone; although, his durability and long time benefits or secondary effects, must be evaluate in new studies with most patients and mainly control methods.

  2. Temperament traits, social support, and trauma symptoms among HIV/AIDS and chronic pain patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcin Rzeszutek

    2016-01-01

    Full Text Available El objetivo fue investigar la relación entre rasgos de temperamento postulados por la Regulative Theory of Temperament (RTT y dimensiones de apoyo social con el nivel de síntomas de trauma, como aparecen en el trastorno de estrés postraumático (TEPT, en pacientes VIH+ (n = 182 y SIDA (n = 128] y en pacientes que sufren dolor crónico (artritis reumatoide; n = 150. El nivel de los síntomas de trauma se evaluó con el Inventario TEPT-F, el temperamento se midió con Inventario FCB-TI y el apoyo social con las Escalas BSSS. Los predictores significativos de síntomas de trauma fueron los rasgos de temperamento (reactividad emocional, perseverancia y sensibilidad sensorial y las dimensiones de apoyo social (apoyo percibido, necesidad de apoyo, búsqueda de apoyo y apoyo real recibido. También destacan las diferencias significativas entre los niveles de síntomas de trauma, el temperamento y el apoyo social entre el grupo VIH/SIDA y pacientes con dolor crónico. La importancia de los síntomas de trauma, así como los rasgos de temperamento y el apoyo social, se deben tomar en cuenta en la planificación de las formas de apoyo psicológico que deben acompanar ˜ a la farmacoterapia para el VIH/SIDA y pacientes con dolor crónico

  3. Terapia biológica en enfermedades reumatológicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel F Ugarte-Gil

    2013-04-01

    Full Text Available El advenimiento del uso de terapias biológicas en Reumatología ha modificado significativamente el pronóstico de pacientes portadores de artritis reumatoide (AR, artritis juvenil (AJ, espondilitis anquilosante (EA, entre otras enfermedades. A diferencia de las terapias convencionales estos productos biológicos se dirigen a los llamados blancos terapéuticos ya sea estas una línea celular, un mediador inflamatorio o un receptor de superficie. Estos compuestos son producidos por células vivas mediante la tecnología del ADN recombinante. Estos compuestos pueden tener componentes humano y animal [quiméricos (Xi, humanizados (Zu], o completamente humanos (H lo cual se reconoce por las letras que se incluyen en el nombre de cada uno. En el campo de la Reumatología, el primer compuesto utilizado fue el etanercept (anti-factor de necrosis tumoral o anti-TNF aprobado en 1998, pero otros anti-TNF han demostrado su beneficio en AR, como en EA y AJ. Los inhibidores de Interleucina (IL-1 casi no se usan en AR actualmente, pero si los inhibidores de IL-6, así como los agentes contra las células B y los agonistas de CTLA-4 (Cytotoxic T lymphocyte antigen. Existe asimismo un compuesto dirigido al BLyS (B-lymphocyte stimulator el cual se usa en lupus eritematoso sistémico y otro dirigido al receptor activador del factor nuclear κB (RANKL, receptor activator of nuclear factor-κB ligand que se usa en osteoporosis. Con el avance en el conocimiento de la patogenia de las enfermedades reumαticas, se vienen reconociendo otra blancos terapιuticas. En los aρos venideros, este campo ha de expandirse en proporciones geomιtricas

  4. con mala calidad de vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agustín Martín-Rodríguez

    2007-01-01

    Full Text Available En este estudio ex post facto se ha analizado si los familiares de pacientes con mala calidad de vida presentan diferencias en las variables clínicas de personalidad y relaciones familiares en función de que el paciente haya estado o no ingresado en una Unidad de Cuidados Intensivos. Seleccionamos dos grupos: 29 familiares de pacientes traumatizados graves transcurridos cuatro años de su ingreso en una UCI de Traumatología y con mala calidad de vida (debido a secuelas físicas y/o psicológicas tras el ingreso, tales como traumatismos craneoencefálicos, politraumatismos y tetraplejias traumáticas y 32 familiares de pacientes con mala calidad de vida con cuatro años de evolución de su enfermedad física (hipertensión, diabetes, artritis reumatoide y síndrome de intestino irritable que no han estado ingresados en la UCI. Para alcanzar nuestro objetivo empleamos una Encuesta Psicosocial y los siguientes instrumentos: Cuestionario de Análisis Clínico, Escala de Clima Social en la Familia y Escala de Adaptación Psicosocial de la Enfermedad. Los resultados mostraron que los familiares de pacientes con mala calidad de vida que estuvieron ingresados en la UCI hace cuatro años, presentan diferencias significativas en las variables agitación y expresividad comparados con los familiares de pacientes con mala calidad de vida que no han estado ingresados en la UCI.

  5. Prevalencia de anticuerpos antifosfolípidos en pacientes con conectivopatías

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Óscar Emilio Ruiz-Franco

    2011-07-01

    Full Text Available Objetivos: Determinar la prevalencia de anticuerpos antifosfolípidos en pacientes con conectivopatías. Diseño: Estudio descriptivo transversal. Institución: Hospital Dos de Mayo e Instituto de Investigaciones Clínicas de la UNMSM, Lima, Perú. Participantes: Pacientes con diagnóstico de colagenopatía y sujetos sanos. Intervenciones: En 100 pacientes con diagnóstico de colagenopatía y 50 sujetos sanos, todos provenientes de Lima Metropolitana y atendidos entre enero y noviembre de 2008, se determinó fibrinógeno, tiempo de protrombina, tiempo parcial de tromboplastina activada, anticuerpos anticardiolipina y anticoagulante lúpico. Principales medidas de resultados: Presencia de anticuerpos anticardiolipina y anticoagulante lúpico. Resultados: Los pacientes con conectivopatías presentaron anticuerpos antifosfolípidos en 17%, anticoagulante lúpico en 13% y anticardiolipina IgG 4%. Al dividir el grupo por conectivopatías, en los 70 pacientes con lupus eritematoso sistémico 10 resultaron positivos para anticoagulante lúpico y 3 tuvieron anticardiolipina IgG; de los 30 pacientes con artritis reumatoide, 3 tuvieron anticoagulante lúpico positivo y 1 presentó anticardiolipina IgG. En el grupo de 50 personas sanas, solo se encontró un caso positivo para anticoagulante lúpico. Conclusiones: La prevalencia de anticuerpos antifosfolípidos en pacientes con conectivopatías fue 17%. La conectivopatía estudiada más frecuente fue el lupus eritematoso sistémico. El anticuerpo antifosfolípido más frecuente fue el anticoagulante lúpico.

  6. Cut-Offs and Response Criteria for the Hospital Universitario La Princesa Index (HUPI and Their Comparison to Widely-Used Indices of Disease Activity in Rheumatoid Arthritis.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isidoro González-Álvaro

    Full Text Available To estimate cut-off points and to establish response criteria for the Hospital Universitario La Princesa Index (HUPI in patients with chronic polyarthritis.Two cohorts, one of early arthritis (Princesa Early Arthritis Register Longitudinal [PEARL] study and other of long-term rheumatoid arthritis (Estudio de la Morbilidad y Expresión Clínica de la Artritis Reumatoide [EMECAR] including altogether 1200 patients were used to determine cut-off values for remission, and for low, moderate and high activity through receiver operating curve (ROC analysis. The areas under ROC (AUC were compared to those of validated indexes (SDAI, CDAI, DAS28. ROC analysis was also applied to establish minimal and relevant clinical improvement for HUPI.The best cut-off points for HUPI are 2, 5 and 9, classifying RA activity as remission if ≤2, low disease activity if >2 and ≤5, moderate if >5 and <9 and high if ≥9. HUPI's AUC to discriminate between low-moderate activity was 0.909 and between moderate-high activity 0.887. DAS28's AUCs were 0.887 and 0.846, respectively; both indices had higher accuracy than SDAI (AUCs: 0.832 and 0.756 and CDAI (AUCs: 0.789 and 0.728. HUPI discriminates remission better than DAS28-ESR in early arthritis, but similarly to SDAI. The HUPI cut-off for minimal clinical improvement was established at 2 and for relevant clinical improvement at 4. Response criteria were established based on these cut-off values.The cut-offs proposed for HUPI perform adequately in patients with either early or long term arthritis.

  7. Abdominal tuberculosis, a diagnostic dilemma: report of a series of cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Richard Castillo Ramos

    2015-09-01

    Full Text Available INTRODUCCIÓN La tuberculosis abdominal es una de las variantes extrapulmonares más frecuentes. Se relaciona a estados de inmunodepresión y, dado su cuadro clínico inespecífico, su diagnóstico es difícil. Nuestro objetivo es presentar una serie de siete casos diagnosticados de tuberculosis abdominal que requirieron cirugía en el Hospital Clínico de la Pontificia Universidad Católica de Chile. MÉTODOS Se realizó un análisis descriptivo de los siete casos de tuberculosis abdominal operados en nuestro centro entre agosto de 2001 y junio de 2013, caracterizando su presentación clínica y elementos diagnósticos requeridos. RESULTADOS Cuatro hombres y tres mujeres (entre 29 y 68 años fueron diagnosticados y operados de tuberculosis abdominal: tres en su forma peritoneal, dos ganglionar y dos intestinal. En tres casos la tuberculosis abdominal se asoció a inmunosupresión (VIH y artritis reumatoide en tratamiento y en seis casos se presentó con síndrome consuntivo de al menos un mes de evolución. Tres pacientes tuvieron una presentación aguda con signos de obstrucción intestinal. El diagnóstico fue realizado mediante biopsia quirúrgica. Los siete pacientes fueron intervenidos quirúrgicamente, tres de ellos requirieron resección intestinal en el contexto de obstrucción intestinal.

  8. Low back pain in school-age children: risk factors, clinical features and diagnostic managment.

    Science.gov (United States)

    Boćkowski, L; Sobaniec, W; Kułak, W; Smigielska-Kuzia, J; Sendrowski, K; Roszkowska, M

    2007-01-01

    Low back pain (LBP) is common in adult population, and it is becoming a serious health concern in adolescents. On surveys, about every fifth child in the school-age reports LBP. The study objective was to analysis the natural history, risk factors, clinical symptoms, causes and diagnostic management in school-age children hospitalized with LBP. The study group consisted of 36 patients at the age between 10 and 18 years, 22 girls and 14 boys suffering from LBP hospitalized in our Department of Pediatric Neurology and Rehabilitation in years 2000-2004. The mean age of clinical onset of LBP in our group was 14.7 years, earlier in girls, later in boys. We find the family history of LBP in 50% children. Most frequent factors associated with LBP were: spina bifida (16.7%) and incorrect posture (13.9%). Half of patients pointed the factor initialising LBP: rapid, incoordinated move (39%) or heavy load rise (11%). 58% of patients present the symptoms of ischialgia. Diagnostic imaging showed disc protrusion in 11 children (31%) 6 in computed tomography, 4 in magnetic resonance imaging and 1 in X-Ray examination only. Other causes of LBP included: spondylolysis in 2 patients, Scheuermann disease in one case and juvenile reumatoid arthritis in one case. Some school-age children suffering on low back pain, particulary with sciatic neuralgia symptoms seek medical care in hospital. Althought the main causes are mechanical, associated with lack of physical activity or strenous exercise, serious diagnostic managment is strongly recommended.

  9. Risk of tuberculosis in patients treated with tumor necrosis factor antagonists due to incomplete prevention of reactivation of latent infection.

    Science.gov (United States)

    Gómez-Reino, Juan J; Carmona, Loreto; Angel Descalzo, Miguel

    2007-06-15

    To evaluate the causes of new cases of active tuberculosis (ATB) in patients treated with tumor necrosis factor (TNF) antagonists included in the national registry BIOBADASER (Base de Datos de Productos Biológicos de la Sociedad Española de Reumatología) after the dissemination of recommendations to prevent reactivation of latent tuberculosis infection (LTBI). Incidence rate of ATB per 100,000 patient-years and 95% confidence intervals (95% CIs) were calculated in patients entering BIOBADASER after March 2002 and were stratified by compliance with recommendations (complete or incomplete). ATB rates in BIOBADASER were compared with the background rate and the rate in the rheumatoid arthritis cohort EMECAR (Estudio de la Morbilidad y Expresión Clínica de la Artritis Reumatoide) not treated with TNF antagonists. In addition, rates of ATB among patients treated with adalimumab, etanercept, and infliximab were estimated and compared only for treatments started after September 2003, when all 3 drugs became fully available. Following March 2002, a total of 5,198 patients treated with a TNF antagonist were registered in BIOBADASER. Fifteen ATB cases were noted (rate 172 per 100,000 patient-years, 95% CI 103-285). Recommendations were fully followed in 2,655 treatments. The probability of developing ATB was 7 times higher when recommendations were not followed (incidence rate ratio 7.09, 95% CI 1.60-64.69). Two-step tuberculosis skin test for LTBI was the major failure in complying with recommendations. New cases of ATB still occur in patients treated with all available TNF antagonists due to lack of compliance with recommendations to prevent reactivation of LTBI. Continuous evaluation of recommendations is required to improve clinical practice.

  10. Further Simplification of the Simple Erosion Narrowing Score With Item Response Theory Methodology.

    Science.gov (United States)

    Oude Voshaar, Martijn A H; Schenk, Olga; Ten Klooster, Peter M; Vonkeman, Harald E; Bernelot Moens, Hein J; Boers, Maarten; van de Laar, Mart A F J

    2016-08-01

    To further simplify the simple erosion narrowing score (SENS) by removing scored areas that contribute the least to its measurement precision according to analysis based on item response theory (IRT) and to compare the measurement performance of the simplified version to the original. Baseline and 18-month data of the Combinatietherapie Bij Reumatoide Artritis (COBRA) trial were modeled using longitudinal IRT methodology. Measurement precision was evaluated across different levels of structural damage. SENS was further simplified by omitting the least reliably scored areas. Discriminant validity of SENS and its simplification were studied by comparing their ability to differentiate between the COBRA and sulfasalazine arms. Responsiveness was studied by comparing standardized change scores between versions. SENS data showed good fit to the IRT model. Carpal and feet joints contributed the least statistical information to both erosion and joint space narrowing scores. Omitting the joints of the foot reduced measurement precision for the erosion score in cases with below-average levels of structural damage (relative efficiency compared with the original version ranged 35-59%). Omitting the carpal joints had minimal effect on precision (relative efficiency range 77-88%). Responsiveness of a simplified SENS without carpal joints closely approximated the original version (i.e., all Δ standardized change scores were ≤0.06). Discriminant validity was also similar between versions for both the erosion score (relative efficiency = 97%) and the SENS total score (relative efficiency = 84%). Our results show that the carpal joints may be omitted from the SENS without notable repercussion for its measurement performance. © 2016, American College of Rheumatology.

  11. Cut-Offs and Response Criteria for the Hospital Universitario La Princesa Index (HUPI) and Their Comparison to Widely-Used Indices of Disease Activity in Rheumatoid Arthritis.

    Science.gov (United States)

    González-Álvaro, Isidoro; Castrejón, Isabel; Ortiz, Ana M; Toledano, Esther; Castañeda, Santos; García-Vadillo, Alberto; Carmona, Loreto

    2016-01-01

    To estimate cut-off points and to establish response criteria for the Hospital Universitario La Princesa Index (HUPI) in patients with chronic polyarthritis. Two cohorts, one of early arthritis (Princesa Early Arthritis Register Longitudinal [PEARL] study) and other of long-term rheumatoid arthritis (Estudio de la Morbilidad y Expresión Clínica de la Artritis Reumatoide [EMECAR]) including altogether 1200 patients were used to determine cut-off values for remission, and for low, moderate and high activity through receiver operating curve (ROC) analysis. The areas under ROC (AUC) were compared to those of validated indexes (SDAI, CDAI, DAS28). ROC analysis was also applied to establish minimal and relevant clinical improvement for HUPI. The best cut-off points for HUPI are 2, 5 and 9, classifying RA activity as remission if ≤2, low disease activity if >2 and ≤5), moderate if >5 and <9 and high if ≥9. HUPI's AUC to discriminate between low-moderate activity was 0.909 and between moderate-high activity 0.887. DAS28's AUCs were 0.887 and 0.846, respectively; both indices had higher accuracy than SDAI (AUCs: 0.832 and 0.756) and CDAI (AUCs: 0.789 and 0.728). HUPI discriminates remission better than DAS28-ESR in early arthritis, but similarly to SDAI. The HUPI cut-off for minimal clinical improvement was established at 2 and for relevant clinical improvement at 4. Response criteria were established based on these cut-off values. The cut-offs proposed for HUPI perform adequately in patients with either early or long term arthritis.

  12. Inquérito sorológico de lentiviroses de pequenos ruminantes (Maedi-Visna e artrite-encefalite caprina no estado de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Custódio de Souza Hunold Lara

    2013-02-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi determinar a frequência de animais soropositivos ao vírus da Maedi-Visna (MVV em ovinos e ao vírus da CAE (CAEV em caprinos criados no estado de São Paulo. Na pesquisa dos anticorpos séricos anti- MVV e anti-CAEV foi utilizada a técnica de imunodifusão em gel de ágar (IDGA. Dentre os ovinos estudados, 0,3% (4/1235 eram sororreagentes ao MVV e 15,1% caprinos (30/199 ao CAEV. Foi realizada a análise de fatores de risco associados à condição de propriedade positiva para CAEV e Maedi-Visna. Foram selecionadas variáveis para as duas enfermidades, no entanto, quando essas variáveis foram usadas na regressão logística múltipla, não foram identificados fatores de risco para as infecções. A infecção pelo CAEV no estado de São Paulo tem uma ampla disseminação e com uma alta prevalência enquanto que o MVV apresenta baixa prevalência. Ressalta-se a importância de medidas de prevenção e controle para diminuir a ocorrência da CAE e evitar a disseminação da Maedi-Visna.

  13. Estudio Comparativo con prótesis total de rodilla de alta flexión. [Comparative ­study ­with ­high-flex ­total ­knee­ arthroplasty.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matías Costa Paz

    2014-08-01

    Full Text Available In­tro­duc­ción: El objetivo de este trabajo comparativo fue analizar los resultados funcionales y el rango de movimiento de rodilla entre dos grupos de pacientes con artroplastia total de rodilla: uno utilizando prótesis de alta flexión y el otro con un diseño convencional. Materiales­ y ­Métodos: Setenta y cuatro pacientes fueron operados con artroplastia total de rodilla con prótesis de Zimmer NexGen®, EE.UU. Veintidós (grupo A fueron tratados con diseño de alta flexión. Dos con artritis reumatoide fueron excluidos. Cuarenta y dos pacientes fueron tratados con una convencional, 21 de ellos fueron excluidos, por lo que el grupo B estaba conformado por 21 pacientes. La evaluación funcional se realizó con el Knee Society Score (KSS, el Western Ontario and McMaster Universities osteoathritis index y la escala analógica visual. Resultados: El promedio de flexión máxima preoperatoria fue de 99º en el grupo A y de 106º en el grupo B. En el posoperatorio, el promedio de flexión máxima del grupo A subió a 114º, con un aumento promedio de 15º y, en el grupo B, a 118º con una ganancia promedio de 12º. No hubo diferencias estadísticamente significativas (p <0,05. El puntaje KSS preoperatorio del grupo A fue de 36/48 y mejoró a 90/92. En el grupo B, fue de 46/49 y de 94/90 en el posoperatorio. Conclusión: Las evaluaciones clínicas funcionales y radiológicas son favorables en los dos diseños de prótesis evaluados. Este estudio muestra que no hay diferencias significativas entre el rango de movimiento de una prótesis de alta flexión y una prótesis convencional luego de un año de seguimiento.

  14. Comentario del Académico Antonio Iglesias Gamarra al Libro “Fisiología Endocrina. Una Visión de la Moderna Signalogía Intercelular”.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Iglesias Gamarra

    2005-10-01

    Para analizar como es la ontogenia y el porqué de cómo un péptido interactúa con un receptor, hay que remontarse a la teoría de Oparín en el “Orígen de la Vida”, el período de la evolución: Cuando se inicia la vida se empieza por una proteína, un dominio de una proteína y luego ese dominio de otra proteína se une con otra proteína, un dominio variable de unión, y así se forman superfamilias de proteínas como es la familia de los esteroides de las hormonas como los progestágenos, los estrógenos, la vitamina D, etc., son superfamilias de inmunoglobulinas, superfamilias de hormonas o de péptidos, las integrinas, y así ese concepto de una proteína con la otra interacción receptor ligando da origen a una célula, a un tejido y empiezan los seres unicelulares y pluricelulares hasta llegar al hombre. Los seres vivos nacen a través de la comunicación entre uno y el otro, así se origina el calcio, el potasio, la bomba de calcio, la bomba de potasio, etc., lo cual es muy importante porque hoy en día conocer las señales intra-celulares es fundamental para el tratamiento moderno de muchas enfermedades, por ejemplo en el desarrollo de la diabetes. Llama la atención que la diabetes como la artritis reumatoide se originaron en el Continente Americano, los indios pobladores tienen tendencias diabéticas porque consumían solamente plantas, cereales y maíz y no tuvieron contacto con los aminoácidos a través de la evolución, por ello, los mexicanos que llegan a Estados Unidos o los negros que vienen de Monrovia, empiezan a consumir proteínas como la hamburguesa y se vuelven obesos, siendo el problema de la obesidad en este momento un problema serio y sobre todo el problema del síndrome metabólico, lo que es la hiperlipidemia, la hipertensión, la hiperuricemia y el colesterol...

  15. Fosfato de cromo (III marcado con diferentes radionúclidos para uso en radiosinoviortesis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Cruz Arencibia

    2012-06-01

    Full Text Available Introducción: la radiosinoviortesis se utiliza en el tratamiento de la sinovitis crónica, complicación frecuente en enfermedades sistémicas como artritis reumatoide y hemofilia. En la práctica clínica internacional se emplean diferentes coloides y suspensiones radiactivas, pero su número es reducido y su disponibilidad limitada. Objetivo: obtención y caracterización físico-química de suspensiones de fosfato de cromo (III marcadas con radionúclidos como potenciales radiofármacos para uso en radiosinoviortesis. Métodos: las suspensiones se obtuvieron por síntesis química, los radionúclidos se añadieron al inicio de la reacción o después de finalizada esta. El tamaño de partículas se estimó mediante microscopia óptica y filtración por membranas. Asimismo se evaluó por espectrofotometría la estabilidad de la suspensión al ser resuspendida en distintos medios. La pureza radioquímica se determinó por cromatografía de papel. Resultados: se obtuvo y caracterizó una suspensión de fosfato de cromo (III. El producto obtenido presentó un tamaño de partículas predominante entre 0,8-5 µm y que al ser suspendidas en solución de gelatina al 2 % en tampón acetato 1 mg/mL no sedimentó en menos de 3 h. Se estableció la tecnología para la obtención de formulaciones de fosfato de cromo (III marcado con 32P e 90Y y se demostró la factibilidad de marcar la suspensión obtenida con otros radionúclidos trivalentes como 177Lu y 68Ga. Conclusiones: los resultados permiten considerar al fosfato de cromo (III una suspensión base para la obtención de radiofármacos para uso en radiosinoviortesis en diferentes articulaciones, en función de las características físico-nucleares de los radionúclidos que se empleen.

  16. Extra-virgin olive oil and its phenolic extract prevent inflammatory response and joint damage in murine experimental arthritis; El aceite de oliva extra virgen y su fracción polifenólica previenen la respuesta inflamatoria y el daño articular en un modelo de artritis experimental en murino

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Rosillo, M.A.; Sanchez-Hidalgo, M.; AlarcOn-de-la-Lastra, C.

    2016-07-01

    The consumption of EVOO in Mediterranean countries has shown beneficial effects. A wide range of evidence indicates that the phenolic compounds present in EVOO are endowed with anti-inflammatory properties. In this work, we evaluated the effects of dietary EVOO and treatment with its phenolic extract (PE) in a model of RA, the collagen-induced arthritis (CIA) in mice. On day 0, DBA-1/J mice were immunized with bovine collagen type II (CII). On day 21, the mice received a booster injection. We have demonstrated that EVOO and its PE decreases joint edema, cell migration, cartilage degradation and bone erosion. Our data indicate that dietary EVOO and PE treatment inhibit JNK, p38 and signal transducer and STAT-3. In addition, both EVOO and PE decrease NF-κB translocation leading to the down-regulation of the arthritic process. These results support the interest of natural diet components in the development of therapeutic products for arthritic conditions. [Spanish] El consumo de Aceite de oliva virgen extra (AOVE) enlos países mediterráneos ha demostrado tener efectos beneficiosos. Una amplia gama de pruebas indica que los compuestos fenólicos presentes en el AOVE tienen propiedades anti-inflamatorias. En este trabajo, se evaluaron los efectos de AOVE y el tratamiento en dieta de su fracción polifenólica (FP) en un modelo de la artritis reumatoide inducida por colágeno (CIA) en ratones. En el día 0, los ratones DBA-1/J se inmunizaron con colágeno bovino tipo II (CII). En el día 21, los ratones recibieron una inyección de refuerzo. Hemos demostrado que el AOVE y su FP disminuyen conjuntamente el edema, la migración celular, la degradación del cartílago y erosión ósea. Nuestros datos indican que la dieta con AOVE y el tratamiento con FP inhiben JNK, p38 y el transductor de señal y activador de la transcripción 3 (STAT-3). Además, tanto el AOVE como la FP disminuyen la translocación NF-κB que conduce a la mejora del proceso artrítico. Estos

  17. Trends towards an improved disease state in rheumatoid arthritis over time: influence of new therapies and changes in management approach: analysis of the EMECAR cohort.

    Science.gov (United States)

    González-Alvaro, Isidoro; Descalzo, Miguel Angel; Carmona, Loreto

    2008-01-01

    The disease activity in patients with rheumatoid arthritis has improved during the past decade. The availability of new drugs and also a better assessment of the disease have been proposed to be responsible for this improvement. In the present work we estimate the effect of these factors on disease activity and function in patients with rheumatoid arthritis at the beginning of the new century. The Estudio de la Morbilidad y Expresión Clínica de la Artritis Reumatoide (EMECAR) cohort was assembled in 2000 from the random sampling of rheumatoid arthritis patients registered in 34 centers. The cohort was composed of 789 patients who underwent a baseline assessment plus four annual follow-up visits in which functional ability (Health Assessment Questionnaire score), the disease activity score obtained from 28-joint count with three parameters (DAS28-3) and radiological progression (Larsen score) were recorded. The effect of the calendar year on the DAS28-3, the Health Assessment Questionnaire score, and the Larsen score was obtained from adjusted models in which all treatments were included as dummy variables. The effect of time as the beta coefficient (95% confidence interval) for 2004, taking 2000 as a reference year, was -0.43 (-0.58 to -0.28) for the DAS28-3, 0.15 (0.07 to 0.22) for the Health Assessment Questionnaire score, and 4.4 (2.68 to 6.12) for the Larsen score. Treatment with new therapies, either leflunomide or TNF antagonists, increased in frequency from 1.1% (n = 8) in 2000 to 30.9% (n = 144) in 2004. Treatment with TNF antagonists (-0.28 (-0.5 to -0.05)) and with gold salts (-0.21 (-0.38 to -0.04)) was independently associated with a decrease in the DAS28-3 over time, whereas cyclosporin A treatment (0.45 (0.13 to 0.76)) was associated with an increase in disease activity. The mean disease activity of rheumatoid arthritis has improved from 2000 to 2004. An explanation is the introduction of new therapies, but not solely. Other factors related to the

  18. Seroconversion and seroreactivity patterns of dairy goats naturally exposed to caprine arthritis-encephalitis virus in Brazil Soroconversão e sororeatividade de cabras leiteiras naturalmente expostas ao virus da artrite-encefalite caprina no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Soares Castro

    2002-08-01

    Full Text Available A labelled avidin-biotin ELISA (lab-ELISA using repeated serum samples of goats showed a progressive seroconversion with higher seroconversion rate at the period going from the beginning of the breeding up to the last half of lactation (35.0%, compared to that recorded at the beginning of breeding (17.8%(pForam realizados exames sorológicos em cabras leiteiras, utilizando-se ELISA marcado com avidina-biotina (LAB-ELISA. Esses exames mostraram soroconversão progressiva, com uma taxa maior entre os animais a partir do início da reprodução até a última metade da lactação (35% comparada à observada nos animais até o início da reprodução (17,8%(p<0,05. Além disso, o padrão de sororeatividade das amostras colhidas a cada 30-40 dias, durante 12 meses, avaliado pelo LAB-ELISA, foi caracterizado por alta variabilidade individual. Não foi observada sororeversão, e títulos mais altos foram obtidos mais no grupo constituído por animais que entraram em lactação (n=6, média de títulos=913,4 do que no grupo constituído por animais que cruzaram, mas não conceberam (n=4, média de títulos=261,2(p<0,01.

  19. Falhas reprodutivas associadas com a presença de do vírus da artrite-encefalite caprina, Toxoplasma gondii e Neospora caninum em caprinos no estado de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heni Falcão da Costa

    2012-02-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi avaliar a ocorrência de anticorpos para o vírus da atrite-encefalite caprina (CAEV, Toxoplasma gondii e Neospora caninum e de possíveis associações entre a presença de anticorpos e a ocorrência de problemas reprodutivos em caprinos. Para tanto, foram colhidas amostras sangüíneas de 923 caprinos de ambos os sexos, acima de três meses de idade e oriundos de 17 propriedades leiteiras, de diferentes municípios do estado de São Paulo, Brasil. Os diagnósticos para T. gondii, N. caninum e CAEV foram baseados, respectivamente, na reação de imunofluorescência indireta (RIFI, teste de aglutinação para Neospora (NAT e a imunodifusão em gel de ágar (IDGA. Um inquérito epidemiológico foi aplicado nas propriedades para obtenção de informações sobre dados reprodutivos (abortamentos, natimortalidade e nascimentos de filhotes fracos e prematuros e de manejo zoossanitário. As ocorrências de anticorpos foram de 37,81% para CAEV, de 23,62% para T. gondii e de 17,23% para N. caninum. Não houve associação significativa entre a presença de anticorpos anti-CAEV e co-infecção com T. gondii ou N. caninum, sugerindo que o CAEV não predispõe os caprinos à infecção por estes agentes. Entretanto, quando havia, nas fazendas, animais com co-infecção pelo CAEV e T. gondii (p<0,01 ou CAEV e N. caninum (p<0,001 as ocorrências de falhas reprodutivas foram significativamente maiores, sugerindo que a imunossupressão causada pelo CAEV pode predispor os caprinos ao desenvolvimento de sintomas clínicos da toxoplasmose e neosporose, potencializando os riscos da ocorrência de problemas reprodutivos causados por estas enfermidades.

  20. Influência da terapia com laser de baixa potência e hialuronato de sódio de alto peso molecular na ATM de ratos, com artrite, após indução por CFA

    OpenAIRE

    George Azevêdo Lemos

    2015-01-01

    Resumo: A Disfunção temporomandibular (DTM) é uma expressão coletiva que engloba vários sinais e sintomas clínicos relacionados aos músculos da mastigação, articulações temporomandibulares (ATMs) e estruturas associadas. As principais queixas relatadas são ruídos e dor na região da ATM, com maior prevalência em adultos jovens, especialmente mulheres. A inflamação intra-articular é considerada uma das mais importantes fontes de dor nesta disfunção. O processo inflamatório pode se localizar na ...

  1. Enfermedades Autoinmunes, tratamiento con Trichuris suis y otros helmintos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iñigo Pallardo Fernández

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivos: La "Hipótesis de la Higiene" postula sobre los efectos inmunomoduladores inducidos por agentes infecciosos en los seres humanos. El objetivo principal de este trabajo es indagar sobre las evidencias de esa hipótesis y sobre sus aplicaciones en el campo del tratamiento de las enfermedades autoinmunes, haciendo especial hincapié tanto en los mecanismos de acción en los que se basan estas aplicaciones como en los resultados reales obtenidos. Además analizará la posible evolución de estas terapias, especialmente a la sombra de las controversias éticas que surgen de la aplicación de estos tratamientos en relación a si es lícito causar una infección para curar otra patología, como es el caso que nos ocupa. Resultados: Actualmente existen resultados prometedores de ensayos clínicos sobre terapias helmínticas aplicadas al tratamiento de enfermedades autoinmunes como son la enfermedad de Crohn y la colitis ulcerosa, resumidos en el apartado de resultados de este artículo. Igualmente prometedora es la gran variedad de ensayos clínicos que actualmente están en curso sobre la aplicación de la terapia helmíntica al tratamiento de diversas patologías en las que está involucrado el sistema inmunológico, como son: asma, rinitis alérgica, artritis reumatoide, esclerosis múltiple, diabetes Mellitus tipo I, encefalomielitis autoinmune, obesidad, autismo, etc que han llevado a identificar cuáles son los parásitos indicados en el tratamiento de este amplio espectro de enfermedades. Sin embargo es necesario indicar que no todos los helmintos son inmunorreguladores y, por lo tanto útiles en el tratamiento de estas enfermedades y que, los que lo son, no son útiles en el tratamiento de todas las enfermedades de origen inmunológico sino que presentan una marcada especificidad. Es más, la utilidad de éstos presenta una variabilidad importante, no sólo dependiente de la enfermedad de origen inmunológico a tratar, sino tambi

  2. Rentabilidad de un hospital de día: análisis de actividad, coste y eficacia Profitability of a day hospital: analysis of activity, cost and effectiveness

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lili Hernando Ortiz

    2012-08-01

    Full Text Available Objetivo: El hospital de día supone una alternativa asistencial a la hospitalización convencional. Durante el año 2009 se realizó un análisis del funcionamiento y la rentabilidad del hospital de día del Hospital Clínico de Valladolid, España. Expresamos la rentabilidad como la prestación de una idéntica cobertura sanitaria a un menor coste generado respecto a la hospitalización convencional y cumpliendo unos indicadores de calidad. Métodos: Estudio de tipo retrospectivo, transversal, observacional y descriptivo, sobre la información obtenida de cada paciente atendido en el hospital de día, entre el 1 de enero y el 31 de diciembre de 2009. Se determinaron cuatro indicadores de calidad: la determinación de la cancelación de sesiones, la tasa de reacciones transfusionales, el índice de ambulatorización y el índice de satisfacción. El ahorro estimado de cada proceso atendido resulta de la diferencia del coste medio por proceso en hospitalización menos el coste medio del proceso en hospital de día. Resultados: La patología más prevalente fueron las enfermedades sistémicas y del tejido conectivo, que representan el 25,4%; de ellas, el 17,1% corresponde a artritis reumatoide. La satisfacción global de los pacientes es del 93%, la cancelación de sesiones y la tasa de reacciones transfusionales fue del 0%, y el índice de ambulatorización de un 26%. Los costes del hospital de día representan el 8,6% de los costes generados en la hospitalización convencional, con un ahorro de 78.390,69 euros. Conclusión: El hospital de día es rentable, debido al ahorro generado respecto a la hospitalización convencional, a la vez que consigue unos adecuados índices de calidad.Objective: Day hospitals are an alternative to conventional hospital care. We analyzed the functioning and profitability of the day hospital of Hospital Clínico de Valladolid, Spain, in 2009. Profitability is expressed as the provision of identical health coverage

  3. Polimorfismo de los alelos de los antígenos de leucocitos humanos HLA-DRB1 y su asociación con la artritis reumatoidea juvenil en una muestra de niños mestizos colombianos.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Garavito

    2003-09-01

    Full Text Available Se buscó tipificar molecularmente los alelos de los antígenos de leucocitos humanos HLADRB1 en un grupo de niños mestizos colombianos (población resultante de la mezcla genética de amrindios, europeos y africanos con artritis reumatoidea juvenil (ARJ, así como analizar su frecuencia de expresión y compararla con sujetos clínicamente normales e investigar la asociación entre la frecuencia de los alelos con los diferentes subgrupos clínicos de ARJ. El estudio involucró 65 pacientes con ARJ y 65 controles sanos. La tipificación de los alelos HLADRB1 se realizó por medio de la metodología de la reacción en cadena de la polimerasa con sondas de oligonucleótidos de secuencias específicas (PCR-SSOP, utilizando el protocolo recomendado por el XII International Histocompatibilty Workshop, realizado en St. Malo, París, en 1996. Los alelos HLADRB1* 1104 (prueba exacta de Fisher, PEF=0,013, OR=16,79, frecuencia etiológica (FE=0,93 y DRB1*1602 (PEF=0,016, OR=8,98, FE=0,88 se evidenciaron como marcadores de susceptibilidad. HLA-DRB1*1501 (FP=0,466; p=0,005 y HLA DRB1*1402 (FP=0,49; p=0,009 se comportaron como alelos asociados con protección. Al comparar las asociaciones entre alelos y los diferentes subgrupos clínicos se encontró asociación entre ARJ oligoarticular con HLA-DRB1* 1104 (p=0,0034, OR=41,53 , FE=0,97, la ARJ poliarticular se asoció con el alelo HLADRB1* 0404 (p=0,012, OR=8,75, FE=0,88 y en el grupo sistémico, el alelo más expresado fue el HLA-DRB1*1602 (p=0,005, OR=21,33, FE=0,95. La presencia de factor reumatoide estuvo asociado con los alelos HLA-DRB1*0407 (p=0,05, OR=11,2, FE=0,45 y HLA-DRB1*1302 (p=0,02, OR=22,8, FE=0,63. En el grupo de pacientes con ANA+, sólo hubo significancia estadística para el alelo HLA-DRB1* 0701 (p=0,001, OR=58, FE=0,73. Nuestros resultados sugieren que los genes del MHC en este subgrupo étnico inciden no sólo en la susceptibilidad a desarrollar ARJ sino también en la expresión cl

  4. Qué puede hacer realmente un reumatólogo en la atención primaria de salud What can a rheumatologist do in primary health care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reinaldo R Acosta Hernández

    2008-06-01

    Full Text Available INTRODUCCIÓN: la reumatología es una especialidad eminentemente hospitalaria que ha tenido un acercamiento beneficioso a la atención primaria en varios países. OBJETIVO: analizar el comportamiento de las consultas de reumatología en la atención primaria y su influencia sobre la atención hospitalaria. MÉTODOS: se realizó un estudio descriptivo prospectivo de sección transversal a 1 000 pacientes vistos en consulta externa en un período de 6 meses, a los que se recogieron sistemáticamente las variables: edad, sexo, color de la piel, casos nuevos, reconsultas y diagnóstico. Se determinaron los porcentajes, las medidas de frecuencia, de centralización, dispersión y razón reconsultas/casos nuevos. RESULTADOS: se efectuaron 1 122 consultas, y se analizaron los primeros 1 000 registros de nuestra base de datos. El 41,9 % fueron primeras visitas y 58,1 % reconsultas. Las 3 enfermedades más frecuentemente consultadas fueron: la osteoartritis (22,9 %, reumatismos de partes blandas (21 % y la artritis reumatoide (13,3 %, con un predominio de estas sobre las conectivopatías (2,1 %. La tasa de incidencia por enfermedades reumáticas fue de 2,5, y la de prevalencia de 6,2 x 1 000 hab. El promedio de edad fue de 49,4 años, DE 17,3 años, con predominio del sexo femenino en 71,6 % y color de piel blanca en 83,5 %. CONCLUSIONES: las consultas de reumatología en atención primaria descongestionan los servicios hospitalarios, que deben dedicar más tiempo al seguimiento de enfermedades reumáticas sistémicas.INTRODUCTION: rheumatology is an eminently hospital specialty that has had a beneficial approach to primary health care in various countries. OBJECTIVE: to analyze the behavior of the rheumatology consultations in primary health care and their influence on hospital attention. METHODS: a descriptive, prospective and cross-sectional study was conducted among 1 000 patients seen at the outpatient department during 6 months. The following

  5. Facoemulsificación e implante de lente intraocular en cataratas causadas por uveitis Phacoemulsification and intraocular lens implantation in patients with cataract caused by uveitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayamí Pérez Gómez

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar los resultados de la facoemulsificación y el implante de lente intraocular en cataratas causadas por uveítis. MÉTODOS: Se estudiaron 37 ojos con 6 meses de inactividad inflamatoria, agudeza visual menor de 0,6 y edad media de 47 años. Se excluyeron otras enfermedades que disminuyeran la visión. En el preoperatorio se prescribió antiinflamatorios. Se realizó la facoemulsificación con implante de lente intarocular (PMMA, óptica 6 mm; durante el seguimiento desde 24 h/6 meses se indicó antiinflamatorios esteroideos, no esteroideos e inmunosupresores hasta 6 semanas. RESULTADOS: Se observaron numerosas alteraciones del segmento anterior secundarias a las uveítis padecidas (posquirúrgicas, inespecíficas, ciclítis heterocrómica de Fuchs, postraumáticas, síndrome de Reiter, por toxoplasmosis y otras coroiditis infecciosas y por artritis reumatoide juvenil. No hubo recurrencia posquirúrgica de la uveítis en 9 ojos (24,3 %. Las complicaciones estuvieron relacionadas con la uveítis, la cirugía, la actividad inflamatoria, y la reacción del epitelio capsular. La opacidad capsular posterior apareció en 11 pacientes (29,7 % asociada a edad joven. La evolución individual se consideró satisfactoria en 30 (81,1 % pacientes con mejoría de la visión hasta 0,8-1,0 en 28 (75,6 % y 0,5-0,6 en 2 (5,4 %. CONCLUSIONES: La facoemulsificación con implante de lente intarocular es de gran utilidad en las cataratas posuveítis al condicionar poca agresión quirúrgica, ser controlable la inflamación y proporcionar buenos resultados visuales además del reordenamiento anatomofisiológico del segmento anterior.OBJECTIVE: To assess the results of phacoemulsification and intraocular lens implantation in cataracts caused by uveitis. METHODS: Thirty seven eyes with no inflammation for 6 months, visual acuity below 0.6 and average age of 47 years were studied. Other diseases affecting the vision were excluded. The preoperative

  6. Olive oil in clinical nutrition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    García-Luna, Pedro Pablo

    2004-03-01

    de los cuales son poco o completamente desconocidos. Las propiedades bioquímicas, biológicas y nutricionales del aceite de oliva son peculiares y permiten su aplicación en la nutrición clínica. Los beneficios del aceite de oliva se correlacionan con su acción sobre el metabolismo lipídico y el sistema cardiovascular. Un aumento moderado en la ingesta de grasa monoinsaturada (aceite de oliva, a expensas de los carbohidratos, es la recomendación en pacientes con diabetes e hipertrigliceridemia. En nutrición clínica, el aceite de oliva también tiene efectos beneficiosos en enfermedades relacionadas con respuestas inflamatorias y autoinmunes, como la artritis reumatoide. La composición química del aceite de oliva virgen extra contribuye a las necesidades diarias de ácidos grasos esenciales y de antioxidantes, especialmente en situaciones patológicas de deficiencia en vitamina E. Sin duda, el aceite de oliva (virgen extra tiene máxima relevancia, por su contenido de ácido oleico (18:1 n -9 y compuestos minoritarios, en la nutrición clínica.

  7. El ensayo inmunoenzimatico en microgotas sobre nitrocelulosa (Dot-ELISA en el diagnostico de la enfermedad de Chagas: I. Estudio comparativo de dos preparaciones antigenicos de Trypanosoma cruzi The Dot-Enzyme linked immunosorbent assay (Dot-ELISA in the diagnosis of Chagas-disease: I. Comparative study of two antigenic preparations of Trypanosoma cruzi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa M. de Hubsch

    1988-09-01

    Full Text Available Se estudia el Ensayo Inmunoenzimático en Microgotas sobre Nitrocelulosa (Dot-ELISAcomparando dos preparados antigénicos de formas epimastigotas de cultivo de T. cruzi: 1 la fracción citoplasmática (antígeno citoplasmático y 2 el parásito total fijado previamente con formaldehido (antígeno integral. Se usaron sueros de: 95 pacientes chagásicos con serología convencional positiva, cardiopatía crónica y algunos con xenodiagnóstico positivo; 42 personas sanas y 32 con miocardipatía crónica con serología negativa y 74 pacientes con diferentes patologías incluyendo: sífilis, toxoplasmosis, lupus eritematoso diseminado, con factor reumatoide, leishmaniasis visceral, y leishmaniasis cutánea. Definidos los títulos diagnósticos (cut-off de 1:512 con antígeno citoplasmático y de 1: 128 con antígeno integral, la especificidad fue 96% para el primero y de 100% para el segundo; mientras que la sensibilidad fue de 100% para ambas. En el estudio comparativo con las pruebas serológicas convencionales examinando 147 sueros tomados de personas referidas al laboratório, Dot-ELISA con antígeno citoplasmático presentó índices deco-positividad de 1,0, co-negatividad de 0,989 y eficiencia 0,993. Dot-ELIS con antígeno integral dió 1,0, 0,979 y 0,986 respectivamente. De acuerdo con esta evaluación, la técnica Dot-ELISA con antígeno integral se presenta como una alternativa práctica para el diagnóstico serológico de la enfermedad de Chagas.Using the Dot-ELISA technique, two antigenic preparations of Trypanosoma cruzi epimastigote forms have been compared for the diagnosis of Chagas' disease: (1 The citoplasmic fraction (citoplasmic antigen and (2 whole fixed epimastigotes (integral antigen. There was been used sera from 95 chagasic patients with chronic cadiomyopathy, positive conventional serology and either positive or negative xenodiagnosis; 74 subjects with negative conventional serology, and either clinically normal or presenting

  8. ESTRÉS Y ENFERMEDAD. Enfoque psiconeuroinmunoendocrino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo Jácome Roca

    2010-09-01

    Full Text Available

    Resumen

    Objetivo: hacer una revisión de los mecanismos moleculares del estrés y del papel que en él juegan sistemas reguladores como el hormonal, el neuropsicológico y el inmunológico.

    Métodos: Aunque no se hizo una búsqueda exhaustiva, sí se consultó la bibliografía más citada por autores de trayectoria investigativa en el tema.

    Resultados: Se seleccionaron los 50 artículos más relevantes sobre el estrés y enfermedad que se relacionaran con el enfoque psiconeuroinmunoendocrino.

    Discusión: El “síndrome de adaptación general” como respuesta al estrés descrito por Selye en 1936, ha sido estudiado desde entonces para comprender mecanismos y sistemas involucrados. En las situaciones de estrés –agudo como crónico- se activan los sistemas endocrino, nervioso autónomo e inmunológico para responder a una amenaza real o imaginaria, generando cambios neuropsicológicos, cardiovasculares y metabólicos. Dicha respuesta al estrés comienza en el sistema límbico con la liberación de la hormona hipotalámica CRH, que estimula la producción de ACTH y de cortisol, mientras que el sistema neurovegetativo libera epinefrina.

    En el estrés crónico, el sistema permanece activo con niveles altos o bajos de cortisol en sangre, lo que podría llevar a depresión, ataques de pánico, estrés postraumático, ataques de asma, hipertiroidismo, trastornos menstruales o exacerbación de una artritis reumatoide y muchas otras patologías. La región promotora del gen transportador de la serotonina modera la influencia de los eventos estresantes de la vida en la depresión en los humanos.

    Un estilo de vida inadecuado y el estrés crónico generan numerosas patologías de la vida moderna y llevan a una cotidianidad disfuncional. Para mejorar esta situación hay nuevos procedimientos diagnósticos, se han elaborado fármacos y se han diseñado estrategias para controlar la sobrecarga

  9. Fosfato de cromo (III marcado con diferentes radionúclidos para uso en radiosinoviortesis Chromium (III phosphate labelled with several radionuclides for use in radiosynoviothersis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Cruz Arencibia

    2012-06-01

    Full Text Available Introducción: la radiosinoviortesis se utiliza en el tratamiento de la sinovitis crónica, complicación frecuente en enfermedades sistémicas como artritis reumatoide y hemofilia. En la práctica clínica internacional se emplean diferentes coloides y suspensiones radiactivas, pero su número es reducido y su disponibilidad limitada. Objetivo: obtención y caracterización físico-química de suspensiones de fosfato de cromo (III marcadas con radionúclidos como potenciales radiofármacos para uso en radiosinoviortesis. Métodos: las suspensiones se obtuvieron por síntesis química, los radionúclidos se añadieron al inicio de la reacción o después de finalizada esta. El tamaño de partículas se estimó mediante microscopia óptica y filtración por membranas. Asimismo se evaluó por espectrofotometría la estabilidad de la suspensión al ser resuspendida en distintos medios. La pureza radioquímica se determinó por cromatografía de papel. Resultados: se obtuvo y caracterizó una suspensión de fosfato de cromo (III. El producto obtenido presentó un tamaño de partículas predominante entre 0,8-5 µm y que al ser suspendidas en solución de gelatina al 2 % en tampón acetato 1 mg/mL no sedimentó en menos de 3 h. Se estableció la tecnología para la obtención de formulaciones de fosfato de cromo (III marcado con 32P e 90Y y se demostró la factibilidad de marcar la suspensión obtenida con otros radionúclidos trivalentes como 177Lu y 68Ga. Conclusiones: los resultados permiten considerar al fosfato de cromo (III una suspensión base para la obtención de radiofármacos para uso en radiosinoviortesis en diferentes articulaciones, en función de las características físico-nucleares de los radionúclidos que se empleen.Introduction: radiosynoviorthesis is used in treating chronic synovitis, a frequent complication of some systemic diseases as rheumatoid arthritis and hemophilia. There are different colloids and radioactive

  10. Una aproximación al significado biológico del polimorfismo del Complejo Mayor de Histocompatibilidad. El modelo de la asociación HLA y ARJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Garavito

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivos. Llevar a cabo una actualización del estado del arte acerca del significado biológico del polimorfismo del sistema genético Complejo Mayor de Histocompatibilidad (CMH. Revisar la literatura relacionada con la asociación de los antígenos de histocompatibilidad en el humano (HLA y la susceptibilidad o resistencia al desarrollo de la artritis reumatoidea juvenil (ARJ. Presentar un modelo hipotético para la comprensión de la susceptibilidad genética a desarrollar ARJ. Fuente de datos. Las referencia bibliográficas que soportan este artículo se obtuvieron a través de búsquedas en las siguientes bases de datos: Pubmed, Ovid, Ebsco. Inicialmente se encontraron 139 artículos, de los cuales se seleccionaron 75. Se incluyó también información del desarrollo de un proyecto de investigación de nuestro grupo, «Polimorfismo molecular de los antígenos HLA en ARJ» (cod. Colciencias 1215-04-280-96. Resultados. L artritis reumatoidea juvenil (ARJ es la enfermedad más común en la práctica reumatológica pediátrica y la menos estudiada inmunogenéticamente. A diferencia de la artritis reumatoide (AR del adulto, la ARJ tiene ciertas variantes clínicas, lo que la hace más interesante desde el punto de vista genético (fenotipos. En su etiopatogenia se han identificado varios factores que en su conjunto explicarían el inicio y la perpetuación de la respuesta inflamatoria que afecta las articulaciones y tejidos vecinos, y que de no ser controlados llegan a destruirlos, tal como sucede en otras enfermedades autoinmunes. La patogénesis de la enfermedad puede determinarse por alteraciones a nivel de complejo trimolecular, constituido por un antígeno putativo, el receptor de linfocitos T y el Complejo Mayor de Histocompatibilidad (CMH. Nuestro grupo durante los últimos 4 años ha estado estudiando la asociación entre ARJ y el polimorfismo de los alelos HLA DRB1* y DQB1* en niños mestizos de nuestro país. Los resultados son

  11. Joint position statement by "Sociedad Española de Patología Digestiva" (Spanish Society of Gastroenterology and "Sociedad Española de Farmacología" (Spanish Society of Pharmacology on biosimilar therapy for inflammatory bowel disease Posición conjunta de la Sociedad Española de Patología Digestiva y de la Sociedad Española de Farmacología sobre el tratamiento con biosimilares en la enfermedad inflamatoria intestinal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Federico Argüelles-Arias

    2013-01-01

    ógicos, fabricados mediante, o a partir de organismos vivos utilizando biotecnología, han supuesto una revolución terapéutica en el control de la enfermedad inflamatoria intestinal (EII. Al presente, en esta indicación y en nuestro país, solo se dispone de dos biológicos autorizados, infliximab (IFX y adalimumab (ADA, ambos anticuerpos monoclonales frente al factor de necrosis tumoral alfa. La evidencia de eficacia con ambos tratamientos es sólida con niveles de evidencia científica máxima. La proximidad de la expiración de las patentes de estos dos biológicos ha abierto la posibilidad de entrada en el mercado de los denominados biosimilares en la indicación de tratamiento de la EII. Aunque conceptualmente los biosimilares son para los medicamentos biológicos lo que los genéricos para los químicos, la complejidad estructural de los biosimilares, así como su propia variabilidad biológica y la de su producción, obligan a considerar como muy diferentes los procesos de validación de su uso en humanos respecto de los mencionados genéricos. Así, en nuestro medio, y contando con la garantía de la Agencia Española del Medicamento y Productos Sanitarios (AEMPS, son de aplicación las reglas del juego dictadas por la "European Medicines Agency" (EMA que ha establecido una serie de etapas o escalones a superar antes de poder obtener la aprobación para un biosimilar. No obstante, a pesar de la existencia de estas recomendaciones de la EMA, que deben cumplirse para que un biosimilar sea aprobado en nuestro mercado, persisten algunas incertidumbres relevantes que solo las futuras decisiones de la EMA y de la AEMPS pueden aclarar. La posición del presente grupo de trabajo es que el desarrollo de un biosimilar debe hacerse en el contexto de las normas establecidas certificando de esta manera su eficacia y seguridad. Igualmente este grupo de trabajo considera que no deben extrapolarse los resultados obtenidos en los estudios realizados en artritis reumatoide (AR a la EII, en

  12. Psoríase pustulosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Barsotti

    2008-01-01

    Full Text Available A psoríase é uma doença da pele relativamente freqüente, que afeta de 1% a 3% da população geral e atinge homens e mulheres, e é mais freqüente na raça branca. Caracteriza-se pelo aparecimento na pele de lesões róseas ou avermelhadas, recobertas de escamas secas e esbranquiçadas. Muitas vezes, essas lesões estão localizadas apenas nos cotovelos, joelhos ou couro cabeludo. Em outros casos, as lesões podem se espalhar por toda a pele, atingir unhas e, raramente, as articulações, causando a artrite psoriásica. A psoríase pode ser dividida em classes: vulgar, pustulosa, artrite psiriásica e psoríase eritrodérmica.

  13. Penis Ödemi ile Kendini Gösteren Henoch-Schönlein Purpurası

    OpenAIRE

    UZUN, Hakan; ALAGÖZ, Demet; ?ENSES, Dursun Ali; D?K?C?, Bünyamin; KOCABAY, Kenan

    2015-01-01

    Henoch Schonlein purpurası artrit/artralji, gastrointestinal sistem ve renal tutulumun e?lik etti?i nontrombositopenik purpura ile karakterize bir sendromdur. Burada penis ödemi ile ba?vuran 3 ya??ndaki bir erkek hasta sunulmuştur. Bu ?ekilde nadir olan bağlangıç bulguları nedeni ile Henoch Schonlein purpurası tanıs?nda zorluk çekilebilmektedir.

  14. Rheumatoid Arthritis - Neuropsychology, Depression and Anxiety. A case - control study -120 Portuguese Female subjects.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Maia

    2012-07-01

    Full Text Available Objectives: Impact of Rheumatoid Arthritis in cognitive functions has not been well acknowledged in Portugal. With this original article we intended to elucidate this problem in this specific country. Methods: We measured the results of 60 Rheumatoid Arthritis female patients (study group, comparing every patient in a case control paired plan (years in school and age, with control subjects (n = 60, in a total of 120 subjects. All participants were evaluated with Paced Auditory Selective Attention Test, Word List Generation Test, Luria Nebraska Neuropsychological Battery, a Portuguese depressive screening test (IACLIDE, STAI (anxiety trace and trait test and the Mini Mental state examination.Results: The outcomes demonstrate, for the first conclusive time in Portuguese patients, the occurrence of main deficits in terms of cognitive functioning (measured by a variety ofneuropsychological tests, and depressive and anxietysymptomatology. Conclusion: This article asset the need to pay attention in psychoeducational, psychotherapeutic and cognitive stimulation, and reinforcement of neuropsychological intervention in these types of patients.Objectivos: O impacto da artrite reumatóide nas funçõescognitivas não tem sido bem reconhecido em Portugal. Com este artigo original pretendemos elucidar este problema neste país específico.Métodos: Avaliámos os resultados de 60 pacientes femininos com artrite reumatóide (grupo de estudo, comparando cada paciente num estudo de caso-controle, emparelhando ossujeitos com Artrite Reumatóide (60 sujeitos com 60 pacientes Artrite Reumatóide, nas variáveis anos de escolaridade eidade (a variável género era uma constante = feminino.Todos os participantes foram avaliados com o Teste de Atenção Auditiva Selectiva (PASAT, teste de geração de lista de palavras, Bateria Neuropsicológica de Luria Nebraska, um teste português de despistagem de sintomatologia depressiva (IACLIDE, um teste de rastreamento de tra

  15. PESQUISA DE HEMOGLOBINOPATIAS E TALASSEMIAS EM PACIENTES PORTADORES DE LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO.

    OpenAIRE

    Castro, Frank Sousa

    2005-01-01

    13 O Lúpus Eritematoso Sistêmico é uma doença tipicamente multigênica e multifatorial, com grande complexidade clínica e fisiopatológica. As causas do LES não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que fatores ambientais e genéticos estão envolvidos. As manifestações clínicas observadas em pacientes acometidos pelo LES são diversificadas como fadiga, mal-estar, emagrecimento, artrite, febre, nefrite, vasculite e anemias. Dentre as várias manifestações clínicas observadas ...

  16. "Tradução para a língua portuguesa e validação do questionário da saúde dos pés FHSQ (Foot Health Status Questionnaire)"

    OpenAIRE

    Ana Francisca Barros Ferreira

    2005-01-01

    O objetivo deste estudo foi adaptar e validar o Foot Health Status Questionnaire (FHSQ) avaliando suas propriedades de medida. Este instrumento foi traduzido, traduzido de volta para o inglês, avaliado por comitê multidisciplinar e submetido a pré-teste, gerando o FHSQ-Br. O FHSQ-Br foi submetido a teste de campo em um grupo de estudo composto por 65 pacientes com Artrite Reumatóide (AR) para avaliar a confiabilidade teste-reteste, a consistência interna e a validade do construto. A validade ...

  17. Nodulose por Metotrexato Methotrexate Induced Nodulosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Guidolin

    2005-08-01

    Full Text Available A nodulose por metotrexato (MTX é um dos efeitos colaterais pouco conhecidos do uso desse medicamento em doses baixas. Embora classicamente descrita em casos de artrite reumatóide, tem aparecido, também, em outras doenças reumáticas. Descreve-se aqui um caso de nodulose por MTX em uma paciente com artrite reumatóide soropositiva, que utilizava esse medicamento há um ano, com bom controle do processo articular. Segue-se uma breve revisão sobre o assunto.Methotrexate-induced nodulosis is a rare side effect of this drug when it is used in low doses. Although classically described in rheumatoid arthritis patients, it may also appear in other rheumatic disorders. We describe a seropositive rheumatoid arthritis patient who developed methotrexate-induced nodulosis after using this drug for a year, with good control of articular symptoms. This case presentation is followed by a brief revision on the subject.

  18. Associação de imunodeficiências primárias com doenças auto-imunes na infância Primary immunodeficiencies and autoimmune diseases association in childhood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Almeida de Jesus

    2007-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Sintomas musculoesqueléticos podem representar a primeira manifestação de imunodeficiências humorais primárias. A freqüência de deficiência seletiva de IgA em pacientes com artrite idiopática juvenil (AIJ símile e lúpus eritematoso sistêmico juvenil (LESJ é de 2% a 4% e de 1% a 4%, respectivamente. OBJETIVO: Descrever pacientes que apresentaram artrite como primeiro sinal de uma imunodeficiência humoral primária e determinar a prevalência de deficiência seletiva de IgA em pacientes com diagnóstico de AIJ e LESJ. PACIENTES E MÉTODOS: Entre janeiro de 1983 e dezembro de 2006, 4.876 pacientes foram acompanhados na Unidade de Reumatologia Pediátrica. Uma avaliação retrospectiva foi realizada em pacientes que apresentaram artrite como primeira manifestação de imunodeficiência. As imunodeficiências humorais foram classificadas em: deficiência seletiva de IgA, hipogamaglobulinemia e deficiência de subclasses de IgG. RESULTADOS: Onze (0,2% pacientes apresentaram imunodeficiências humorais: deficiência seletiva de IgA ocorreu em oito, imunodeficiência comum variável em dois e deficiência de subclasses de IgG em um. Cinco dos 11 pacientes apresentaram artrite aguda e seis apresentaram artrite crônica não-erosiva (AIJ símile. Dosagem de imunoglobulinas foi realizada em 70 dos 253 pacientes com AIJ e deficiência seletiva de IgA (IgA sérica INTRODUCTION: Rheumatologic findings may be the first manifestation of primary humoral immunodeficiencies. The frequency of selective IgA deficiency in patients with juvenile idiopathic arthritis (JIA like and juvenile systemic lupus erithematosus (JSLE is 2% to 4% and 1% to 4%, respectively. OBJECTIVE: To describe patients with primary humoral immunodeficiencies associated with arthritis and to determine the prevalence of selective IgA deficiency within JIA and JSLE patients. PATIENTS AND METHODS: From January 1983 to December 2006, 4.876 patients were followed at the

  19. Evidências de que um protocolo de atividade física pode reduzir a contagem de leucócitos sinoviais de ratos artríticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Pinheiro Gomes

    2013-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O exercício físico apresenta potenciais benefícios na artrite, retardando a incapacidade funcional e melhorando a função das articulações. Estudos in vivo utilizando modelos experimentais de artrite podem fornecer informações úteis sobre estes benefícios. OBJETIVO: O propósito deste estudo foi avaliar os efeitos do exercício de baixa intensidade em um modelo de artrite induzida por CFA em ratos. MÉTODOS: A incapacitação articular foi mensurada pelo tempo de elevação da pata em uma deambulação estimulada no período de um minuto. O edema foi avaliado pela medida do diâmetro articular do joelho. O exsudato inflamatório foi coletado após dez dias para contagem de leucócitos. O protocolo de exercício consistiu de dois minutos de deambulação no primeiro dia, dez minutos de deambulação no segundo dia e 20 minutos de deambulação do terceiro ao décimo dia. O grupo controle foi submetido a um minuto de deambulação uma vez ao dia através de dez dias. O envolvimento de corticosteroide foi avaliado pelo tratamento dos animais por aminoglutetimida. RESULTADOS: O protocolo de exercício produziu uma pequena, mas sustentada redução da incapacitação e do edema articulares, associada a uma grande redução na contagem de leucócitos sinoviais. A aminoglutetimida preveniu apenas o efeito na contagem de leucócitos sinoviais. CONCLUSÃO: Esses resultados sugerem que uma atividade física de baixa intensidade não agrava a sintomatologia dos animais artríticos, de fato apresentando leve melhora, e ainda pode reduzir acentuadamente a migração de leucócitos para o espaço sinovial.

  20. Oclusão de ramo venoso da retina associado ao uso de infliximabe: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Diniz

    2011-06-01

    Full Text Available Descrevemos o caso de uma paciente, de 53 anos, com quadro de oclusão de ramo venoso da retina após receber seis infusões de infliximabe (3 mg/kg/dose, para tratamento de artrite reumatóide. A investigação clínica e laboratorial sobre distúrbios de coagulação, cardiopatias e sinais de hipertensão arterial crônica foi negativa. A relação temporal do uso de infliximabe e o desenvolvimento do quadro de oclusão de ramo pode indicar um possível efeito adverso da medicação.

  1. Baixa prevalência das manifestações extra-articulares renais, cardíacas, pulmonares e neurológicas nas espondiloartrites: análise do Registro Brasileiro de Espondiloartrites Low prevalence of renal, cardiac, pulmonary, and neurological extra-articular clinical manifestations in spondyloarthritis: analysis of the Brazilian Registry of Spondyloarthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Ewerton Maia Rodrigues

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as manifestações extra-articulares (cardíacas, renais, pulmonares e neurológicas geralmente não relacionadas às espondiloartrites (EpA em uma grande coorte de pacientes brasileiros. MÉTODOS: Este estudo retrospectivo analisou 1.472 pacientes com o diagnóstico de EpA atendidos em 29 centros distribuídos pelas cinco principais regiões geográficas do Brasil, integrantes do Registro Brasileiro de Espondiloartrites. Todos os pacientes foram avaliados para a prevalência das principais manifestações extra-articulares (cardíacas, renais, pulmonares e neurológicas, divididas por diagnóstico [espondilite anquilosante (EA, artrite psoriásica (AP, artrite reativa (ARe, artrite associada a doença inflamatória intestinal (DII, EpA indiferenciada (EI e EpA juvenil] e por forma clínica (axial, periférica, mista e entesítica. RESULTADOS: Dentre os pacientes avaliados com EpA, 963 apresentavam EA, 271 AP, 49 ARe, 48 artrite associada a DII, 98 EI e 43 EpA juvenil. Acometimento cardíaco foi observado em 44 pacientes (3,0%, seguido por acometimento pulmonar em 19 (1,3%, renal em 17 (1,2% e neurológico em 13 pacientes (0,9%. A maioria dos casos de acometimento visceral ocorreu nos pacientes com EA ou AP e naqueles com forma clínica mista (axial e periférica e/ou predominantemente axial. CONCLUSÃO: As manifestações extra-articulares cardíacas, renais, pulmonares e neurológicas são muito pouco frequentes nas EpA, variando de 0,9%-3% nesta grande coorte brasileira, estando mais associadas a EA e AP.OBJECTIVE: To describe the extra-articular manifestations (cardiac, renal, pulmonary, and neurological, usually not related to spondyloarthritis (SpA, in a large cohort of Brazilian patients. MATERIALS AND METHODS: This retrospective study analyzed 1,472 patients diagnosed with SpA and cared for at 29 health care centers distributed in the five major geographic regions in the country, participating in the Brazilian

  2. Varicela hemorrágica em paciente com Doença de Still

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Beatriz Bray Beraldo

    2010-03-01

    Full Text Available A artrite idiopática juvenil (AIJ é um processo inflamatório crônico em uma ou mais articulações que pode apresentar manifestações extra-articulares; o subtipo com comprometimento sistêmico é denominado Doença de Still. A infecção pelo Herpesvirus varicelae, apesar de apresentar caráter benigno na maioria das vezes, pode complicar-se em pacientes imunossuprimidos. Este relato trata-se de uma paciente com AIJ de início sistêmico em uso de medicamentos que levam à imunossupressão e em consequência disto, após ser acometida pelo vírus da varicela, desenvolveu complicações hemorrágicas, porém, apesar da alta taxa de mortalidade nestas ocasiões, teve uma boa evolução.

  3. Nódulo reumatóide intermetatarsal com sintomas de neuroma de Morton: diagnóstico diferencial Intermetatarsal rheumatoid node with Morton's neuroma signs: differential diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Flores dos Santos

    2004-12-01

    Full Text Available Paciente do sexo feminino, com 38 anos de idade, portadora de artrite reumatóide ( AR , com dor intermetarsal no 3º espaço, em ambos os pés, com parestesia dos 3º e 4º dedos. Operada para ressecção de massas hipoecóicas evidenciadas por ecografia. O exame anátomo-patológico definiu degeneração fibrinóide e mixóide ( nódulo reumatóide .A 38 years old female pacient, in treatment by rheumatoid arthritis (RA, with pain in the 3º intermetatarsal space and paresthesia in the 3º toe, bilateral. She was operated for resection of hipoechoicsmasses showed in echographic examination. The anatomopathologic diagnosis was fibrinoid and mixoid degeneration ( rheumatoid nodule.

  4. Rheumatic diseases and male infertility

    OpenAIRE

    Freire, Eutília Andrade Medeiros; Nepomuceno, Jamile De Castro Alves; Maia, Inês De Oliveira; Ciconelli, Rozana Mesquita [UNIFESP

    2006-01-01

    As doenças reumáticas podem causar distúrbios sexuais e reprodutivos. As razões destes distúrbios são multifatoriais. Manifestações e sintomas das doenças podem reduzir a libido e interferir no sucesso da reprodução, como ocorre na artrite reumatóide (AR), lúpus eritematoso sistêmico (LES), espondilite anquilosante (EA) e esclerose sistêmica (ES). A atividade da doença pode levar a uma alteração do eixo hipotálamo-hipófise, acarretando períodos de disfunção gonadal. Os auto-anticorpos e os di...

  5. Doenças reumáticas e infertilidade masculina

    OpenAIRE

    Freire,Eutília Andrade Medeiros; Nepomuceno,Jamile de Castro Alves; Maia,Inês de Oliveira; Ciconelli,Rozana Mesquita

    2006-01-01

    As doenças reumáticas podem causar distúrbios sexuais e reprodutivos. As razões destes distúrbios são multifatoriais. Manifestações e sintomas das doenças podem reduzir a libido e interferir no sucesso da reprodução, como ocorre na artrite reumatóide (AR), lúpus eritematoso sistêmico (LES), espondilite anquilosante (EA) e esclerose sistêmica (ES). A atividade da doença pode levar a uma alteração do eixo hipotálamo-hipófise, acarretando períodos de disfunção gonadal. Os auto-anticorpos e os di...

  6. Estudos QSAR e Ancoragem Molecular de Inibidores da Atividade Biológica do Fator de Inibição da Migração dos Macrófagos (MIF

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Gutterres Taranto

    2012-08-01

    Full Text Available Cumarina e 4-Cromonas são promissores inibidores de fator inibição da migração de macrófagos (MIF, uma proteína envolvida em doenças inflamatórias, como artrite reumatóide e outras patologias. Estudos teóricos de QSAR e ancoragem molecular de um conjunto de compostos mostraram correlação com estudos experimentais. Os descritores doadores de ligação hidrogênio e momento dipolo total foram capazes de prever atividade inibitória de compostos contra o MIF (MIFi . Paralelamente, estudos de ancoragem molecular também foram capazes de identificar ligações hidrogênio e hidrofóbicas entre os ligantes e o MIF. Como resultado, ambas as metodologias mostraram as contribuições de ligação de hidrogênio e interações hidrofóbicas para explicar a atividade de compostos inibidores de MIF, descrevendo os grupos farmacofóricos destes compostos. Adicionalmente, um conjunto de cumarinas naturais e sintéticas foi submetido aos modelos QSAR e de ancoragem molecular a fim de que as suas atividades contra MIF fossem preditas. Ambas as metodologias de modelagem molecular puderam estimar as interações intermoleculares entre inibidores e a enzima, os quais foram muito similares a compostos descritos previamente. Estes resultados podem ser úteis para o desenho de novos compostos contra doenças inflamatórias como artrite reumatóide.

  7. Capilaroscopia periungueal em crianças e adolescentes com doenças reumáticas Nailfold capillaroscopy in children and adolescents with rheumatic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Gerent Petry Piotto

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a capilaroscopia periungueal de crianças e adolescentes com doenças reumáticas autoimunes (artrite idiopática juvenil, lúpus eritematoso sistêmico, dermatomiosite juvenil, esclerodermia e doença mista do tecido conjuntivo e relacioná-la com comprometimentos clínico e laboratorial e atividade de doença. MÉTODOS: Estudo transversal no qual foram avaliados 147 pacientes por meio de capilaroscopia periungueal: 60 com artrite idiopática juvenil, 30 com lúpus eritematoso sistêmico, 30 com dermatomiosite juvenil, 20 com esclerodermia localizada, quatro com esclerodermia sistêmica e três com doença mista do tecido conjuntivo. Exames clínico, laboratorial e de capilaroscopia periungueal foram realizados em todos os pacientes. A capilaroscopia periungueal foi realizada com microscópio óptico com aumentos de 10 e 16 vezes pelo mesmo observador. RESULTADOS: A maioria dos pacientes avaliados (76,2% apresentou capilaroscopia periungueal normal. As maiores alterações na capilaroscopia periungueal foram observadas nos pacientes com dermatomiosite juvenil, esclerodermia sistêmica e doença mista do tecido conjuntivo, e caracterizaram o padrão escleroderma. Não houve associação entre capilaroscopia periungueal e atividade de doença nos pacientes com artrite idiopática juvenil, lúpus eritematoso sistêmico e esclerodermia localizada. Houve associação entre atividade da doença e alterações capilaroscópicas nos pacientes com dermatomiosite juvenil. CONCLUSÃO: A capilaroscopia periungueal é um método útil para o diagnóstico das doenças reumáticas autoimunes e para o acompanhamento de atividade de doença.OBJECTIVE: To assess nailfold capillaroscopy in children and adolescents with autoimmune rheumatic diseases (juvenile idiopathic arthritis, systemic lupus erythematosus, juvenile dermatomyositis, scleroderma and mixed connective tissue disease and relate it to clinical and laboratory findings and disease

  8. Chronic polyarthritis as the first manifestation of childhood systemic polyarteritis nodosa.

    Science.gov (United States)

    Novak, Glaucia Vanessa; Hayashi, Koken; Sampa, Kohei; Okumura, Yosuke; Ferreira, Gabriela Ribeiro Viola; Silva, Clovis Artur

    2017-01-01

    Arthritis has been reported as an acute pattern, generally evanescent with oligoarthritis, mostly affecting knees and ankles in childhood systemic polyarteritis nodosa. However, chronic polyarthritis with morning stiffness mimicking juvenile idiopathic arthritis has not been reported. We describe the case of a 4-year old girl who had additive and chronic polyarthritis with edema, tenderness, pain on motion and morning stiffness for 2 months. After 45 days, she also presented painful subcutaneous nodules and erythematous-violaceous lesions in the extensor region of upper and lower limbs. She was admitted to university hospital due to high fever, malaise, myalgia, anorexia, loss of weight (1kg), painful skin lesions and severe functional disability. She was bedridden by chronic polyarthritis with limitation on motion. Systolic and diastolic blood pressures were greater than 95th percentile for height. Urine protein/creatinine ratio was 0.39g/day, and immunological tests were negative. Anti-streptolysin O was 1,687UI/mL. Skin biopsy revealed necrotizing vasculitis in medium- and small-sized vessels compatible with polyarteritis nodosa. Therefore, we had the diagnosis of systemic polyarteritis nodosa. Prednisone 2mg/kg/day was administered with complete resolution of skin lesions and arthritis, and improvement of proteinuria (0.26g/day) after 15 days. The diagnosis of childhood systemic polyarteritis nodosa should be considered for patients with chronic polyarthritis associated to cutaneous vasculitis triggered by streptococcal infection. RESUMO Na poliarterite nodosa sistêmica pediátrica, a artrite caracteriza-se pelo padrão agudo, geralmente evanescente, com oligoartrite, e afeta principalmente joelhos e tornozelos. No entanto, a poliartrite crônica com rigidez matinal e simulando artrite idiopática juvenil ainda não foi relatada. Descrevemos o caso de uma menina de 4 anos que apresentou poliartrite crônica aditiva com edema, dor à palpação e movimento, e

  9. Perfil epidemiológico da espondiloartrite de início juvenil comparada com a espondiloartrite de início na vida adulta em uma grande coorte brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela P Duarte

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo Analisar as características clínicas e epidemiológicas das espondiloartrites (EpA de início juvenil (< 16 anos e compará-las com um grupo de pacientes com EspA de início na vida adulta (≥ 16 anos. Pacientes e métodos Coorte prospectiva, observacional e multicêntrica com 1.424 pacientes com diagnóstico de EspA de acordo com o European Spondyloarthropathy Study Group (ESSG submetidos a um protocolo comum de investigação e recrutados em 29 centros de referência participantes do Registro Brasileiro de Espondiloartrites (RBE. Os pacientes foram divididos em dois grupos: idade no início<16 anos (grupo EspAiJ e idade no início ≥ 16 anos. Resultados Entre os 1.424 pacientes, 235 manifestaram o início da doença antes dos 16 anos (16,5%. As variáveis clínicas e epidemiológicas associadas com a EspAiJ foram: gênero masculino (p<0,001, artrite em membro inferior (p=0,001, entesite (p=0,008, uveíte anterior (p=0,041 e HLA-B27 positivo (p=0,017, em associação com escores mais baixos de atividade da doença (Bath Ankylosing Spondylitis Disease Activity Index – BASDAI; p=0,007 e de capacidade funcional (Bath Ankylosing Spondylitis Functional Index – BASFI; p=0,036. A psoríase cutânea (p<0,001, a doença inflamatória intestinal (p=0,023, a dactilite (p=0,024 e o envolvimento ungueal (p=0,004 foram mais frequentes em pacientes com EspA de início na vida adulta. Conclusões Nessa grande coorte brasileira, os pacientes com EspAiJ se caracterizavam predominantemente pelo gênero masculino, envolvimento periférico (artrite e entesite, HLA-B27 positivo e escores de doença mais baixos.

  10. Doença periodontal em doenças reumáticas pediátricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele M.C. Fabri

    2014-07-01

    Full Text Available Gengivite e periodontite são doenças periodontais imunoinflamatórias caracterizadas por infecções localizadas crônicas geralmente associadas a uma inflamação insidiosa. Essa revisão narrativa discute doenças periodontais e mecanismos que influenciam a resposta imune e a autoimunidade na área das doenças reumáticas pediátricas (DRP, particularmente a artrite idiopática juvenil (AIJ, lúpus eritematoso sistêmico juvenil (LESJ e dermatomiosite juvenil (DMJ. Foi notada maior frequência de gengivite nessas doenças em comparação com controles sadios, enquanto casos de periodontite foram achados raros. Em pacientes com AIJ, a gengivite e a periodontite estavam relacionadas a fatores mecânicos, artrite crônica com incapacitação funcional, desregulação da resposta imunoinflamatória, dieta e medicamentos, principalmente corticosteroides e ciclosporina. Em pacientes com LESJ, a gengivite estava associada a períodos mais longos da doença, doses elevadas de corticosteroides, hiperativação dos linfócitos B e elevação da imunoglobulina G. São escassos os dados sobre doenças periodontais na população com DMJ; nos pacientes ativos, foi observado um padrão gengival singular, caracterizado por eritema gengival, dilatação dos capilares e formação arbustiforme. Em conclusão, gengivite foi a doença periodontal mais comum em pacientes com DRP. A associação observada com a atividade da doença reforça a necessidade de futuros estudos, com o intuito de determinar se a resolução dessa complicação irá influenciar o curso ou a gravidade da doença.

  11. Monoartrite de joelho como manifestação isolada de paracoccidiodomicose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvestre Marco Túlio Alvarenga

    1997-01-01

    Full Text Available Artrite como manifestação isolada de paracoccidioidomicose, tem sido raramente descrita na literatura médica. O presente relato, descreve mulher de 46 anos de idade, com monoartrite crônica do joelho em tratamento com anti-inflamatórios não hormonais durante 4 anos, cujo diagnóstico definitivo foi obtido apenas por biópsia da membrana sinovial, que revelou uma inflamação crônica granulomatosa de tipo tuberculóide, com abundantes elementos leveduriformes do Paracoccidioides brasiliensis. A terapêutica específica (iniciada com ketoconazol e seguida por cotrimoxazol levou à completa recuperação funcional da articulação acometida. Não se detectou a presença de outros sítios acometidos pela doença, apesar da utilização de vários métodos propedêuticos, incluindo tomografia axial computadorizada do tórax e abdome. Os autores chamam a atenção para a raridade do caso e discutem os possíveis fenômenos fisiopatológicos responsáveis por esta monoartrite fúngica.

  12. Tamponamento cardíaco como uma das primeiras manifestações do lúpus eritematoso sistêmico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle keiko Molina

    2012-09-01

    Full Text Available O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES é uma doença autoimune de causa desconhecida que pode produzir apresentações clínicas variáveis, com períodos de remissões e de recaídas. O diagnóstico é confirmado pela presença de quatro dos onze critérios clínicos e/ou laboratoriais (erupção malar, erupção discoide, fotossensibilidade, úlceras da mucosa oral, artrite, serosite, distúrbio renal, distúrbio neurológico, distúrbio hematológico, distúrbio imunológico e anticorpo antinuclear. Dentre as manifestações cardiovasculares, o derrame pericárdico e a pericardite clínica são observados na maioria dos pacientes. Porém, o tamponamento cardíaco é raro como manifestação clínica.

  13. Üst havayolları için mür tentürü, nane yağı ve mentol kombinasyonu içeren bir pastil

    OpenAIRE

    Öktemer, Tuğba; İpçi, Kağan; Bayar Muluk, Nuray; Cingi, Cemal

    2016-01-01

    Mür ve boraks içerek tentürler gargara solüsyonu olarak kullanılmaktadır. Mür sakızı, sindirim güçlüğü, ülserler, soğuk algınlığı, öksürük, astım, akciğer konjesyonu, artrit ağrısı ve kanser için de kullanılır. Mür, ağrıya tabi tutulan farelerde, ağrı kesici etkiler göstermiştir. Antiseptik olarak ağız ve boğaz inşamatuar lezyonlarında kullanılır. Boğaz ve ağzın iltihaplı lezyonlara uygulanır ve antispazmodik olarak kanser ve enfeksiyon hastalıklarının tedavisi için kullanılır. Bu yazıda mür ...

  14. Movimentos involuntários anormais como primeira manifestação do lupus eritematoso sistêmico: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kakehasi Adriana Maria

    2001-01-01

    Full Text Available Relatamos o caso de uma paciente, de 36 anos de idade, que desenvolveu quadro de coréia após dois meses do início do uso de anticoncepcional oral, acompanhando-se, posteriormente, de trombocitopenia, úlcera mucosa em cavidade oral, artrite, positividade para os anticorpos antinuclear (FAN, anti-DNA e anti-Sm, preenchendo critérios para lúpus eritematoso sistêmico, segundo o Colégio Americano de Reumatologia. A pesquisa para os anticorpos anticoagulante lúpico e anticardiolipina (IgG e IgM foi negativa. A paciente foi tratada com prednisona, fenitoína, fenobarbital e clonazepam, obtendo melhora clínica e laboratorial. Discutimos a ocorrência da coréia e outros movimentos anormais como primeira manifestação do lúpus eritematoso sistêmico, sua relação com os anticoncepcionais orais e os anticorpos antifosfolípides.

  15. Síndrome de ativação macrofágica secundária à infecção aguda pelo vírus Epstein-Barr Macrophage activation syndrome triggered by Epstein-Barr virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolpho X. de Carvalho Filho

    2008-06-01

    Full Text Available A síndrome de ativação macrofágica (SAM ou síndrome hemofagocítica secundária (reativa consiste de uma rara, grave e potencialmente fatal complicação das doenças reumáticas crônicas, particularmente da artrite idiopática juvenil de início sistêmico, doença de Still do adulto e lúpus eritematoso sistêmico. É caracterizada pela excessiva ativação dos macrófagos, resultando febre, hepatoesplenomegalia, linfadenomegalia, envolvimento neurológico, graus variáveis de citopenias, hiperferritinemia, distúrbio hepático, coagulação intravascular e freqüente falência de múltiplos órgãos. Também ocorre em associação com neoplasias, imunodeficiências e variedade de agentes infecciosos virais (sobretudo do grupo do herpes, bacterianos e fúngicos. Relatamos um caso de SAM decorrente de infecção viral aguda pelo vírus Epstein-Barr tratado com corticóide oral

  16. Comparação de informações sobre saúde das populações brasileira e norte-americana baseada em dados da PNAD/98 e NHIS/96

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beltrão Kaizô Iwakami

    2002-01-01

    Full Text Available Neste trabalho comparam-se informações sobre o estado de saúde geral referido das populações brasileira e norte-americana, desagregado por grupo etário, sexo e raça/cor. São comparadas, também desagregadas da mesma forma, taxas de prevalência de morbidades selecionadas, a saber: artrite/reumatismo, diabetes, bronquite/asma, hipertensão e doenças do coração. Os dados concernentes à população brasileira são oriundos do suplemento saúde da PNAD/1998, e os relativos à norte-americana, da NHIS/1996. Em linhas gerais, com respeito ao estado de saúde referido, as mulheres se declaram em pior estado em ambos os países, e os brasileiros se declaram em pior situação. Com respeito à morbidade, não há comportamento comum, e padrões de diferença raça/cor e sexo, via de regra, não se reproduzem igualmente para os dois países.

  17. Síndromes autoinflamatórias hereditárias na faixa etária pediátrica Pediatric hereditary autoinflammatory syndromes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Almeida Jesus

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as principais síndromes autoinflamatórias hereditárias na faixa etária pediátrica. FONTES DOS DADOS: Foi realizada uma revisão da literatura nas bases de dados PubMed e SciELO, utilizando as palavras-chave "síndromes autoinflamatórias” e "criança”, e incluindo referências bibliográficas relevantes. SÍNTESE DOS DADOS: As principais síndromes autoinflamatórias são causadas por defeitos monogênicos em proteínas da imunidade inata, sendo consideradas imunodeficiências primárias. Elas são caracterizadas clinicamente por sintomas inflamatórios sistêmicos recorrentes ou contínuos e devem ser diferenciadas das doenças infecciosas, autoimunes e outras imunodeficiências primárias. Nesta revisão, foram enfatizadas características epidemiológicas, manifestações clínicas, alterações laboratoriais, prognóstico e terapia das principais síndromes autoinflamatórias: febre familiar do Mediterrâneo; síndrome periódica associada ao receptor de fator de necrose tumoral; criopirinopatias; deficiência de mevalonato-quinase; artrite granulomatosa pediátrica; síndrome de pioderma gangrenoso, artrite piogênica e acne; síndrome de Majeed; e deficiência do antagonista do receptor de interleucina-1. As criopirinopatias discutidas foram: doença inflamatória multissistêmica de início neonatal ou síndrome neurológica, cutânea e articular crônica infantil, síndrome de Muckle-Wells e síndrome autoinflamatória familiar associada ao frio. CONCLUSÕES: É importante que o pediatra reconheça as síndromes autoinflamatórias hereditárias mais prevalentes, pois o encaminhamento ao reumatologista pediátrico pode permitir um diagnóstico precoce e uma instituição de tratamento adequado, possibilitando uma melhora da qualidade de vida dos pacientes.OBJECTIVE: To describe the most prevalent pediatric hereditary autoinflammatory syndromes. SOURCES: A review of the literature including relevant references

  18. O perfil da antiestreptolisina O no diagnóstico da febre reumática aguda Antistreptolysin O titer profile in acute rheumatic fever diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Saad Magalhães Machado

    2001-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: estabelecer o perfil dos títulos de ASO, mediante o diagnóstico diferencial da FRA com outras afecções que também cursam com níveis elevados de ASO. MÉTODOS: foram estudados 78 casos de FRA na apresentação e seguimento, 22 de coréia isolada, 45 de infecções orofaringeanas recorrentes (IOR e 23 de artrites idiopáticas juvenis (AIJ, com início ou reativação recente. A determinação seqüencial de ASO (UI/ml foi realizada por ensaio nefelométrico automatizado (Behring®-Germany nos períodos de 0-7 dias, 1-2 semanas, 2-4 semanas, 1-2 meses, 2-4 meses, 4-6 meses, 6-12 meses, 1-2 anos, 2-3 anos, 3-4 anos e 4-5 anos após o diagnóstico. RESULTADOS: os títulos de ASO na fase aguda da FRA apresentaram elevação significante até o intervalo de 2- 4 meses (p 960 UI/ml. CONCLUSÃO: esta reavaliação do perfil da ASO indicou uma resposta exuberante na fase aguda da febre reumática indicou ainda que os seus níveis séricos podem diferenciá-la de outras afecções que também cursam com níveis elevados de ASO, como as infecções orofaringeanas recorrentes ou as artrites idiopáticas juvenis em atividade.OBJECTIVE: to determine ASO titer profile by establishing ARF differential diagnoses of other diseases with high levels of ASO antibodies. METHODS: we investigated 78 patients with ARF at onset and follow-up, 22 with isolated chorea at onset, 45 with recurrent oropharyngeal tonsillitis, and 23 with recent flare of juvenile idiopathic arthritis. We tested ASO with automated particle-enhanced immunonephelometric assay (Behring®-Germany. The ASO (IU/ml titers were assessed at the following time intervals: 0-7 days, 1-2 weeks, 2-4 weeks, 1-2 months, 2-4 months, 4-6 months, 6-12 months, 1-2 years, 2-3 years, 3-4 years, and 4-5 years after onset of ARF. RESULTS: ASO titers in patients diagnosed with ARF had a significant increase up to the 2-4-month time interval (P < 0.0001. Baseline levels were observed afterwards in patients

  19. Uso oral do óleo de linhaça (Linum usitatissimum no tratamento do olhoseco de pacientesportadores da síndrome de Sjögren Oral flaxseed oil (Linum usitatissimum in the treatment for dry-eye Sjögren's syndrome patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Neuzimar Pinheiro Jr.

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar se a utilização por via oral do óleo de linhaça (Linum usitatissimum, que diminui a inflamação na artrite reumatóide, pode auxiliar no tratamento da ceratoconjuntivite seca de portadores da síndrome de Sjögren. MÉTODOS: Em estudo clínico randomizado, 38 pacientes do sexo feminino, com diagnóstico de artrite reumatóide ou lúpus eritematoso sistêmico associadas à ceratoconjuntivite seca e síndrome de Sjögren, provenientes do ambulatório de Reumatologia do Hospital Universitário da Universidade Federal do Amazonas, foram consecutivamente selecionadas. O diagnóstico de ceratoconjuntivite seca foi baseado em questionário para olho seco (Ocular Surface Disease Index - OSDI®, Teste I de Schirmer, tempo de quebra do filme lacrimal com fluoresceína e instilação do corante rosa bengala a 1%, com intensidade da impregnação da superfíce ocular quantificada pela escala de van Bijsterveld. Todas as pacientes tiveram a inflamação da superfície conjuntival avaliada e quantificada por interpretação de exame de citologia de impressão conjuntival antes do início e ao final do estudo. As pacientes foram divididas em três grupos: Grupo I (n=13, Grupo II (n=12 e Grupo III (n=13. O Grupo I recebeu cápsulas com dose final de 1 g/dia de óleo de linhaça, o Grupo II recebeu cápsulas com dose final de 2 g/dia de óleo de linhaça e o Grupo III - controle - recebeu cápsulas com placebo, por 180 dias. RESULTADOS: Comparando os resultados no início e no final do tratamento, foram verificadas mudanças estatisticamente significantes (pPURPOSE: To evaluate if oral flaxseed oil (Linum usitatissimum, which reduces the inflammation in rheumatoid arthritis, may help keratoconjunctivitis sicca's treatment in Sjögren's syndrome patients. METHODS: In a randomized clinical trial, 38 female patients with rheumatoid arthritis or systemic lupus erithematosus associated with keratoconjunctivitis sicca and Sjögren's syndrome

  20. Transplante de células-tronco hematopoéticas em doenças reumáticas parte 1: experiência internacional Hematopoietic stem cell transplantation for rheumatic diseases part 1: international experience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio C. Voltarelli

    2005-08-01

    Full Text Available Nesta revisão, discutem-se os resultados dos transplantes de células-tronco hematopoéticas (TCTH para doenças reumáticas graves e refratárias à terapia convencional realizados no exterior. Revêem-se brevemente as bases clínicas e experimentais para a realização desses transplantes e os resultados internacionais obtidos em lúpus eritematoso sistêmico (LES (33/50 remissões completas no registro europeu, com dez recidivas posteriores e 12 óbitos; 41/45 remissões duradouras em um centro americano, com dois óbitos pós-mobilização e quatro óbitos pós-transplante, artrite reumatóide (AR do adulto (58/73 remissões parciais com 85% de recidivas posteriores e apenas um óbito no registro europeu, artrite idiopática juvenil (AIJ (18/34 remissões duradouras e cinco óbitos no registro europeu, esclerose sistêmica (ES (46/50 respostas em um estudo europeu multicêntrico, com 35% de recidivas e 23% de mortalidade, enquanto num estudo americano, houve quatro óbitos e duas pneumopatias progressivas dentre 19 pacientes e melhora cutânea e da qualidade de vida em todos os sobreviventes e em uma miscelânea de outras doenças, incluindo as vasculites (9/15 respostas completas no registro europeu. Conclui-se que, na experiência internacional, o TCTH autólogo induz remissões prolongadas na maioria das doenças graves e refratárias em que foi utilizado, com exceção da AR do adulto, justificando o início de estudos prospectivos randomizados comparando-o com a terapia convencional otimizada.In this review, we discuss the results of hematopoietic stem cell transplantation (HSCT for severe and refractory rheumatic diseases performed abroad. We briefly review clinical and experimental basis for those transplants and the international results obtained in systemic lupus erythematosus (SLE (33/50 complete remissions in the European registry with 10 relapses and 12 deaths, and 41 durable remissions in an American study with 2 deaths post

  1. Manifestações músculo-esqueléticas como apresentação inicial das leucemias agudas na infância Musculoskeletal manifestations as the onset of acute leukemias in childhood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Maria Passarelli Lupoli Barbosa

    2002-12-01

    Full Text Available Objetivo: estudar a prevalência e as características clínicas e laboratoriais dos pacientes com manifestações músculo-esqueléticas na apresentação inicial das leucemias agudas. Métodos: estudo de casos prevalentes, retrospectivo, descritivo, no qual foram avaliados pacientes com diagnóstico de leucemia aguda, atendidos no Instituto de Oncologia Pediátrica da UNIFESP, de novembro de 1999 a fevereiro de 2000. As queixas músculo-esqueléticas foram investigadas através de um questionário. Os dados referentes ao exame físico e provas laboratoriais, no início da doença, foram obtidos através da revisão de prontuários. Resultados: sessenta e uma crianças foram incluídas neste estudo, sendo que 93% apresentavam leucemia linfóide aguda, e 7% leucemia mielóide aguda. Trinta e oito crianças (62% apresentaram dor músculo-esquelética no início da doença. Artrite foi observada em 8 casos (13%. A média de articulações acometidas foi 2,5 (variando de 1 a 6, sendo as mais acometidas os joelhos, os tornozelos e os cotovelos. Três pacientes (4,9% apresentavam hemograma normal, 54 (88% hemoglobina baixa (em 6 pacientes foi a única alteração, leucopenia em 14 (22%, leucocitose em 26 (42%, e plaquetopenia em 46 (75% pacientes. Oito pacientes (13% mostravam blastos em sangue periférico. Conclusão: as queixas músculo-esqueléticas são manifestações iniciais freqüentes das leucemias agudas, e devem ser consideradas no diagnóstico diferencial da dor em membros e das artrites agudas ou crônicas da infância. Os exames laboratoriais podem ser inicialmente normais, tornando ainda mais difícil esta diferenciação.Objective: to study the frequency, the clinical features and laboratory exams of patients with musculoskeletal symptoms at the onset of acute leukemia. Methods: retrospective, descriptive study including patients diagnosed with acute leukemia, and treated at the Institute of Pediatric Oncology of UNIFESP, carried out

  2. Terapia com agentes biológicos na criança e no adolescente Treatment with biologic agents in child and adolescent

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Maisse Suehiro

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar os mecanismos fisiopatológicos e novos alvos terapêuticos, os agentes biológicos disponíveis, principais indicações e a evidência científica atual para o uso de terapias biológicas na população pediátrica. FONTES DE DADOS: Pesquisa na base de dados Medline e SciELO, nas línguas inglesa e portuguesa, entre 2000 e 2009. As palavras-chave usadas foram "agentes biológicos", "crianças" e "adolescentes". SÍNTESE DOS DADOS: Os agentes biológicos são uma importante opção terapêutica para tratar as doenças autoimunes refratárias às terapias convencionais na infância e na adolescência. Com exceção da artrite idiopática juvenil, a maioria dos estudos em outras doenças autoimunes não é controlada. CONCLUSÕES: Os agentes biológicos têm demonstrado eficácia no tratamento de doenças autoimunes pediátricas como artrite idiopática juvenil, miopatias idiopáticas inflamatórias, lúpus eritematoso juvenil, vasculites, uveítes crônicas, doenças inflamatórias intestinais e púrpura trombocitopênica imune crônica, assim como no linfoma não-Hodgkin. Considerando-se o custo elevado e os potenciais eventos adversos, o uso desses agentes deve ser individualizado e acompanhado por especialista.OBJECTIVE: To review the physiopathology and new therapeutical targets, the available biologic agents, the main indications and the current scientific evidence for the use of biological therapies in the pediatric population. DATA SOURCES: A bibliographical search was obtained from Medline and SciELO databases in English and Portuguese from 2000 to 2009. The key-words included were "biologic agent", "children" and "adolescent". DATA SYNTHESIS: Biologic agents are important therapeutic options to treat refractory autoimmune diseases to conventional therapies in childhood and adolescence. Excluding juvenile idiopathic arthritis, the majority of studies in other autoimmune diseases are uncontrolled trials. CONCLUSIONS

  3. Síndrome de ativação macrofágica em paciente com lúpus eritematoso sistêmico juvenil Macrophage activation syndrome in a patient with juvenile systemic lupus erythematosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Manso de Carvalho

    2008-08-01

    Full Text Available A hemofagocitose reativa ou síndrome de ativação macrofágica (SAM é uma complicação das doenças inflamatórias sistêmicas, causada por expansão de células T e macrófagos, com produção maciça de citocinas pró-inflamatórias, ocorrendo mais freqüentemente na artrite idiopática juvenil sistêmica e raramente no lúpus eritematoso sistêmico juvenil (LESJ. OBJETIVO: Relatar um caso de LESJ que evoluiu com SAM precipitada por infecção e infarto esplênico, com desfecho fatal. RELATO DE CASO: Uma menina de 7 anos, com diagnóstico de LESJ desde os 5 anos, evoluiu com artrite em atividade, alopecia intensa, citopenias, cefaléia, infecções respiratórias recorrentes e elevação intermitente de transaminases. Os anticorpos anti-DNA e anticardiolipina IgG e IgM foram identificados e a biópsia renal evidenciou glomerulonefrite lúpica de classe III. A paciente foi tratada com pulso de metilprednisolona, prednisona, azatioprina e hidroxicloroquina. Após dois anos, na vigência de pneumonia apresentou abdome agudo e convulsões, evoluindo para o choque hemorrágico fatal após esplenectomia, que evidenciou infarto esplênico e infiltração maciça por macrófagos hemofagocíticos CD163+. CONCLUSÃO: A revisão do desfecho sugere a SAM precipitada por infecção e sobreposta a atividade inflamatória do lúpus com febre persistente, citopenias, disfunção hepática, hepatomegalia e esplenomegalia, como efeitos do excesso de produção de citocinas. Os anticorpos anticardiolipina podem ter tido papel precipitante na coagulopatia, que resultou infarto esplênico e choque hemorrágico.Reactive haemophagocytosis or macrophage activation syndrome (MAS is a complication of systemic inflammatory disorders, caused by expansion of T cells and haemophagocytic macrophages, with cytokine overproduction. It has been described most often in systemic juvenile idiopathic arthritis and rarely in juvenile systemic lupus erythematosus (JSLE

  4. Linfadenopatia e lúpus eritematoso sistêmico Lymphadenopathy and systemic lupus erythematosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton Salles Rosa Neto

    2010-02-01

    Full Text Available A linfadenopatia no lúpus eritematoso sistêmico (LES é um achado benigno encontrado comumente em jovens, com atividade cutânea e sintomas constitucionais, apresentando boa resposta à corticoterapia. O achado mais frequente à biópsia é a hiperplasia folicular reacional. Relatamos o caso de um paciente que, desde os 13 anos de idade, apresentava surtos recorrentes de linfadenopatia, acompanhados de hepatoesplenomegalia, febre e emagrecimento. Na evolução, apareceram artrite, hipertensão arterial, proteinúria, miocardiopatia e neuropatia periférica. Foi amplamente investigado sem esclarecimento diagnóstico e submetido a tratamento empírico de tuberculose. Somente após cinco anos de evolução firmou-se o diagnóstico de LES e recebeu tratamento específico. O diagnóstico precoce nestes casos é difícil, pois a investigação laboratorial pode ainda não demonstrar presença de autoanticorpos ou hipocomplementemia.Lymphadenopathy is a benign finding in systemic lupus erythematosus (SLE, commonly seen in young patients with cutaneous involvement and constitutional symptoms, with good response to corticosteroids. Reactive follicular hyperplasia is the most frequent finding in biopsies. We report the case of a patient with recurrent episodes of lymphadenopathy associated with hepatosplenomegaly, fever, and weight loss since the age of 13 years. The patient also developed arthritis, hypertension, proteinuria, cardiomyopathy, and peripheral neuropathy. His condition was investigated extensively without diagnostic clarification; he was treated, empirically, for tuberculosis. The patient received a diagnosis of SLE only five years after the original presentation and received the specific treatment. Early diagnosis in those cases is difficult because laboratorial exams may not show the presence of auto-antibodies and low complement levels.

  5. Doença pulmonar intersticial relacionada a miosite e a síndrome antissintetase Myositis-related interstitial lung disease and antisynthetase syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joshua Solomon

    2011-02-01

    Full Text Available Em pacientes com miosite, é comum o comprometimento pulmonar, e a presença de anticorpos anti-aminoacil-RNAt sintetase (anti-ARS é preditora da presença ou do desenvolvimento de doença pulmonar intersticial (DPI. Uma entidade clínica distinta - a síndrome antissintetase - é caracterizada pela presença de anticorpos anti-ARS, miosite, DPI, artrite, fenômeno de Raynaud e "mãos de mecânico". O mais comum anticorpo anti-ARS é o anti-Jo-1. Anticorpos anti-ARS mais recentemente descritos podem conferir um fenótipo que é distinto daquele de pacientes com positividade para anti-Jo-1, sendo caracterizado por uma menor incidência de miosite e uma maior incidência de DPI. Nos pacientes com DPI relacionada à síndrome antissintetase, a resposta a medicações imunossupressoras é em geral favorável.In patients with myositis, the lung is commonly involved, and the presence of anti-aminoacyl-tRNA synthetase (anti-ARS antibodies marks the presence or predicts the development of interstitial lung disease (ILD. A distinct clinical entity-antisynthetase syndrome-is characterized by the presence of anti-ARS antibodies, myositis, ILD, fever, arthritis, Raynaud's phenomenon, and mechanic's hands. The most common anti-ARS antibody is anti-Jo-1. More recently described anti-ARS antibodies might confer a phenotype that is distinct from that of anti-Jo-1-positive patients and is characterized by a lower incidence of myositis and a higher incidence of ILD. Among patients with antisynthetase syndrome-related ILD, the response to immunosuppressive medications is generally, but not universally, favorable.

  6. Aspectos epidemiológicos da caprinocultura cearense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pinheiro R.R.

    2000-01-01

    Full Text Available O desenvolvimento da caprinocultura na região Nordeste do Brasil é severamente afetado por inúmeros fatores, entre eles a alta incidência de doenças. Objetivou-se conhecer o atual manejo sanitário empregado e os problemas sanitários existentes na opinião do criador do Ceará. O trabalho foi realizado nas várias regiões criadoras de caprinos de raças leiteiras, nativas ou sem raça definida. Foram selecionadas 127 propriedades onde se aplicou um questionário. A percentagem média de mortalidade de animais foi de 22,8% e 4,6% em jovens e adultos, respectivamente. Os sinais clínicos relatados, por ordem, foram: anemia e edema de barbela (81,9% dos criatórios, diarréia (78,7%, aborto (75,6%, pododermatite (67,7%, linfadenite (66,9%, ectoparasitoses (63,8%, mamite (51,2%, pneumonia (44,9%, lesões vesiculares de pele (35,4%, ceratoconjuntivite (29,1%, problemas de ordem nervosa (26,8%, malformação fetal (15%, criptorquidismo (11%, prolapso de vagina/útero (11% e artrite (8,7%. Pode-se concluir que o manejo sanitário dos caprinos desses criatórios é precário, independente do tipo de exploração ou regime de criação, a mortalidade de animais, principalmente de jovens, é considerada alta. Mesmo em criatórios com exploração leiteira não existe uma preocupação rigorosa com higiene e qualidade do leite.

  7. Terapêutica intravenosa com metilprednisolona e ciclofosfamida na vasculite do sistema nervoso periférico: avaliação de oito pacientes Intravenous theraphy with methylprednisolone and cyclophosphamide in vasculitis of peripheral nervous system: evaluation of eight patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANGELINA M.M. LINO

    1998-06-01

    Full Text Available O comprometimento do sistema nervoso periférico é frequente nas vasculites sistêmicas e contribui decisivamente para o diagnóstico. Oito pacientes foram estudados: sete do sexo feminino e um do sexo masculino; cinco brancos, dois negros, um amarelo; média de idade de 55,9 anos; quatro com poliarterite nodosa, um com lúpus eritematoso sistêmico, um com artrite reumatóide, um com vasculite isolada do sistema nervoso periférico e um com vasculite livedóide. Todos foram submetidos a terapêutica intravenosa com pulsos mensais de metilprednisolona (1 g/dia/3dias e ciclofosfamida (1 g/dia. Cinco pacientes melhoraram, dois permaneceram inalterados e um faleceu. A melhora neurológica objetiva ocorreu após o terceiro ou quarto pulso e nos pacientes com menor duração da doença.The peripheral nervous system is frequently involved in systemic vasculitis and it may be helpful in the disease diagnosis. We report on eight patients: seven women and one man; five white, two black and one yellow; age mean 55.9 years; four had polyarteritis nodosa, one had systemic lupus erythematosus, one had isolated peripheral nerve vasculitis and one had livedoid vasculitis. All of them received endovenous therapy with "pulse" of methylprednisolone (1 g/day/3days and cyclophosphamide (1 g/1day. Five patients improved, two remained unchanged and one died. The neurological improvement occurred after the third or fourth pulse and in the patients who have had a shorter time of disease.

  8. Síndrome de Felty: relato de caso e revisão da terapêutica Felty's syndrome: case report and review of therapeutics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ênio Ricardo Vasconcelos Souza

    2007-08-01

    Full Text Available Os autores relatam um caso de artrite reumatóide, com 20 anos de evolução, que desenvolveu neutropenia e esplenomegalia em uso de 20 mg de metotrexato, que persistiu mesmo com sua substituição pela ciclosporina A. Apresentou infecções de orofaringe, pele e trato urinário. Após afastar doenças hematológicas, o diagnóstico foi de síndrome de Felty. Realizou-se o tratamento com antibioticoterapia, fator estimulador de colônia de granulócitos e macrófagos, pulsoterapia com metilprednisolona e leflunomida. Evoluiu inicialmente com melhora clínica e laboratorial. Após 2 meses de uso do leflunomida, foi admitida em pronto-socorro com quadro de sepse, ocorrendo o óbito em poucas horasThe authors describe the case of a 42 years-old female patient with rheumatoid arthritis WITH A 20 years OF FOLLOW-UP. The patient was using METHOTREXATE (20 mg/WEEK; she developed neutropenia and splenomegaly that persisted despite changing medication for cYclosporine A. She then developed oropharyngeal, skin and urinary tract infections. After excluding for hematological affections, she was diagnosed as presenting Felty's syndrome. She was started on antibiotics while receiving also granulocyte-macrophage colony stimulating factor, pulsed methylprednisolone, andleflunomide. Two moths after the initiation ofleflunomide, she was admitted to an emergency hospital unit with septic shock that resulted in her death in a few hours

  9. Metástase cutânea rara de provável carcinoma basaloide de cólon simulando granuloma piogênico Rare cutaneous metastasis from a probable basaloid carcinoma of the colon mimicking pyogenic granuloma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Costa Verardino

    2011-06-01

    Full Text Available As acrometástases, principalmente para as mãos, são incomuns e representam cerca de 0,0070,2% de todas as lesões metastáticas. O pulmão é o sítio de origem mais comum, colaborando com 4050% dos casos relatados na literatura. Os rins e mamas são outras localizações também relacionadas a neoplasias que metastatizam para as mãos, além de, mais raramente, trato gastrointestinal, outros tumores sistêmicos e sarcomas. Seu diagnóstico precoce é difícil, pois pode ser assintomático, se assemelhar a tenossinovite, artrite, paroníquia, granuloma piogênico ou infecção local. No presente relato, os autores apresentam paciente com diagnóstico de acrometástase, em ambos os quartos quirodáctilos, oriunda de carcinoma basaloide de canal anal, com pobre resposta à radioterapiaAcrometastasis is a rare occurrence, especially when affecting the hands. It represents around 0.007-0.2% of all metastatic lesions. The most common site of origin is the lung, accounting for 40-50% of all cases reported in the literature. Kidneys and breasts are other sites also associated with neoplastic lesions that disseminate to the hands. More rarely, the site of origin may be the gastrointestinal tract or other systemic tumors or sarcomas. Early diagnosis is difficult, since the condition may be asymptomatic or may mimic tenosynovitis, arthritis, paronychia, pyogenic granuloma or a local infection. In the present paper, the authors report on a patient with the diagnosis of acrometastasis on both hands originating from a basaloid carcinoma of the anal canal. Response to radiotherapy was poor

  10. A retrospective PCR investigation of avian Orthoreovirus, chicken infectious anemia and fowl Aviadenovirus genomes contamination in commercial poultry vaccines in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.R. Barrios

    2012-02-01

    Full Text Available Vacinas avícolas vivas comerciais produzidas entre 1991 e 2005 foram examinadas para a presença de genomas dos vírus da anemia infecciosa das galinhas (Gyrovirus CAV, da hepatite por corpúsculo de inclusão (Aviadenovirus FAdV e da artrite viral/síndrome da má absorção (Orthoreovirus aviário ARV. Vinte e seis partidas de vacinas vivas liofilizadas de oito fabricantes com lacre original foram examinadas. As extrações de DNA e PCR de CAV e FAdV, e de RNA e RT-PCR para ARV, foram descritas previamente. Contaminações triplas de ARV, CAV e FAdV foram detectadas em vacinas de mesmo fabricante, produzidas em 1991 e 1992 contra a doença de Newcastle (DN, e para a encefalomielite aviária, produzida em 1994. ARV e CAV em co-infecção foram encontrados em vacinas contra a doença de Marek liofilizadas produzidas em 1996 por dois fabricantes diferentes. Genoma de ARV foi detectado em vacinas contra a bronquite infecciosa de setembro e dezembro de 1998, doença infecciosa bursal, de dezembro de 1998 e DN de janeiro de 1998. Três dos oito fabricantes apresentaram vacinas com contaminação e cinco nunca apresentaram vacinas contaminadas. Nenhuma vacina produzida a partir de 2001 apresentou contaminação. Cogita-se um papel epidemiológico para vacinas vivas, como fonte de infecção para ARV, CAV e FAdV e, potencialmente determinante da atual alta disseminação destes.

  11. Esclerose sistémica progressiva – Um caso clínico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inês Vicente

    2002-09-01

    Full Text Available RESUMO: A esclerose sistémica é uma doença relativamente rara sendo a terceira doença mais frequente do tecido conjuntivo, logo após a artrite rewnatoide e o lupus eritematoso sistemico. A sua forma de apresentação é variada e depende dos órgão afectados.Os autores apresentam um caso clínico de fibrose pulmonar em doente do sexo feminino de 68 anos, apresentando queixas de dispneia há váraos anos e que foram sempre atribuidas a insuficiência cardíaca. O estudo da doençe permitiu concluir tratarse de urn caso de doença intersticial pulmonar (pneumonia intersticial usual enquadrado no quadro de esclerose sistémica.REV PORT PNEUMOL 2002; VIII (5: 425-431 ABSTRACT: Systemic sclerosis is relatively rare, being the third most frequent disease of the connective tissue, just behind rhewnatoid arthritis and systemic erythematous lupus. It’s presentation form varies with the affected organs.The authors present a clinical case of lung fibrosis in a 68 years old female patient, with several years’ dyspnoea, always attributed to cardiac insufficiency. The investigation allowed to diagnose a lung interstitial disease (usual interstitial pneumonia as a manifestation of systemic sclerosis.REV PORT PNEUMOL 2002; VIII (5: 425-431 Palavras-chave: Pneumonia Intersticial Usual, esclerose sistémica, corticoterapia, Key-words: Usual Interstitial Pneumonia, systemic sclerosis, corti coid therapy

  12. Osteoporose autorreferida em população idosa: pesquisa de base populacional no município de Campinas, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Guimarães Rodrigues

    Full Text Available RESUMO: Introdução: A osteoporose é uma doença multifatorial que predispõe o indivíduo a sofrer quedas e fraturas, provocando incapacidade funcional e uma consequente redução da qualidade de vida. Objetivo: Analisar a prevalência e fatores associados à osteoporose autorreferida na população de idosos residentes em Campinas, São Paulo (ISACAMP 2008. Métodos: Trata-se de estudo transversal, com amostra probabilística tomada por conglomerados em 2 estágios totalizando 1.419 idosos residentes na área urbana. Foram estimadas as prevalências de osteoporose autorreferida segundo variáveis socioeconômicas e demográficas, morbidades, problemas e comportamentos de saúde. Foram estimadas razões de prevalências brutas e ajustadas por meio de regressões simples e múltipla de Poisson utilizando os comandos svy do software Stata 11.0. Resultados: Encontrou-se uma prevalência de osteoporose de 14,8%, que foi significativamente mais elevada: no sexo feminino, nos indivíduos que autrorreferiram cor de pele branca, naqueles que relataram menos de 7 horas de sono/dia, nos idosos com reumatismo/artrite/artrose, asma/bronquite/enfisema, tendinite, tontura, insônia, transtorno mental comum, IMC > 27, autoavaliação da saúde como ruim e muito ruim e nos que relataram ocorrência de queda nos últimos 12 meses. Conclusão: O presente estudo, por meio da identificação dos fatores associados à osteoporose, identificou subgrupos idosos com maior prevalência da doença, podendo contribuir com essas informações para o aprimoramento de programas de saúde voltados ao controle da doença e de suas consequências.

  13. Pelvic insufficiency fractures in the elderly: a challenging diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Furtado

    2016-07-01

    Full Text Available A fractura por insuficiência óssea, resulta de uma carga normal ou repetitiva, aplicada a um osso desmineralizado ou osteoporótico1. As fracturas pélvicas por insuficiência, nomeadamente do sacro e do púbis, são relativamente frequentes nos idosos2. Contudo, as fracturas da asa do ilíaco são raras, e quando documentadas estão frequentemente associadas a outras fracturas pélvicas3. A osteoporose pós-menopausa constitui o factor predisponente mais comum. Outros factores de risco incluem: artrite reumatóide, corticoterapia prolongada, insuficiência renal crónica, radioterapia e as alterações mecânicas após artroplastia da anca1. As fracturas podem ser espontâneas, sem história de trauma2. Clinica e radiologicamente devem ser distinguidas de metástases ou infecções ósseas4. Os autores descrevem um caso clinico que reflecte o desafio diagnóstico na detecção dessas fracturas. Mulher, caucasiana, 70 anos de idade, com antecedentes de doença de Parkinson, artrite reumatóide seronegativa (sem história de corticoterapia e osteoporose grave (medicada com bifosfonatos orais com cumprimento irregular com fracturas do rádio distal bilateral em Abril de 2011 e de fractura-avulsão parasinfiseal púbica esquerda em Março de 2014 (figura 1, ambas de baixo impacto. Seis meses depois, refere inicio insidioso de dor lombar e glútea direita, 8 em 10 em intensidade, com cerca de duas semanas de duração, de agravamento progressivo (tornando-se na última semana incapacitante para a marcha autónoma, com irradiação até ao joelho homolateral, sem parestesias, não se exacerbando com as manobras de valsalva e diminuindo com o repouso. Negava história recente de trauma ou antecedentes pessoais ou familiares neoplásicos. Ao exame objectivo, apirética, com palpação dolorosa ao nível da crista ilíaca direita. Sem défices neurológicos. A avaliação analítica (hemograma, bioquimica, reagentes de fase aguda, balanço fosfoc

  14. Vacinação contra febre amarela em pacientes com diagnósticos de doenças reumáticas, em uso de imunossupressores Vaccination against yellow fever among patients on immunosuppressors with diagnoses of rheumatic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Licia Maria Henrique da Mota

    2009-02-01

    Full Text Available A febre amarela é endêmica em alguns países. A vacina, único modo eficaz de proteção, é contra-indicada em pacientes imunocomprometidos. Nosso objetivo é relatar uma série de casos de pacientes reumatológicos, usuários de imunossupressores, vacinados contra a doença. Foi feito um estudo retrospectivo, por meio de questionário aplicado em pacientes reumatológicos medicados com imunossupressores, vacinados 60 dias antes da investigação. Foram avaliados 70 pacientes, com idade média de 46 anos, 90% mulheres, portadores de artrite reumatóide (54, lupus eritematoso sistêmico (11, espondiloartropatias (5 e esclerose sistêmica (2. Os esquemas terapêuticos incluíam metotrexato (42, corticoesteróides (22, sulfassalazina (26, leflunomida (18, ciclofosfamida (3 e imunobiológicos (9. Dezesseis (22,5% pacientes relataram efeitos adversos menores. Dentre os 8 pacientes, em uso de imunobiológicos, apenas um apresentou efeito adverso, leve. Entre pacientes em uso de imunussopressores, reações adversas não foram mais freqüentes do que em imunocompetentes. Este é o primeiro estudo sobre o tema.Yellow fever is endemic in some countries. The anti-yellow fever vaccine is the only effective means of protection but is contraindicated for immunocompromised patients. The aim of this paper was to report on a case series of rheumatological patients who were using immunosuppressors and were vaccinated against this disease. This was a retrospective study by means of a questionnaire applied to these patients, who were vaccinated 60 days before the investigation. Seventy patients of mean age 46 years were evaluated. Most of them were female (90%. There were cases of rheumatoid arthritis (54, systemic lupus erythematosus (11, spondyloarthropathy (5 and systemic sclerosis (2. The therapeutic schemes included methotrexate (42, corticosteroids (22, sulfasalazine (26, leflunomide (18, cyclophosphamide (3 and immunobiological agents (9. Sixteen

  15. Caracterização do comércio de plantas medicinais por raizeiros em Mossoró, Rio Grande do Norte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fatima Barbosa Coelho

    2017-06-01

    Full Text Available As plantas medicinais são, em muitos casos, a única alternativa possível para boa parte da população brasileira que as obtém geralmente do próprio quintal ou de raizeiros. O objetivo no presente estudo foi caracterizar o comércio de plantas medicinais por raizeiros em Mossoró, Rio Grande do Norte. Foram usadas as técnicas de observação direta e participante e aplicadas entrevistas semiestruturadas. A comercialização de plantas e produtos medicinais é considerada a principal fonte de renda dos raizeiros entrevistados. Foram citadas 86 plantas de uso medicinais entre os raizeiros, sendo Linum usitatissimum L. (86% a mais citada, seguida de Plectranthus barbatus L (71%, Pterodon emarginatus Vogel (71% e Bauhinia forficata Link. (71%. As plantas são procuradas para 67 tipos de enfermidades, como anemia, artrite e vermes. A gripe e inflamação foram as doenças mais citadas. As plantas são armazenadas no próprio estabelecimento por períodos longos comprometendo sua eficácia e não são cultivadas pelos raizeiros. Characterization of the medicinal plant trade by healers in Mossoró, Rio Grande do NorteAbstract: Medicinal plants are, in many cases, the only possible alternative for much of the Brazilian population that usually gets the own homegarden or healers. The aim of this study was to characterize the trade of medicinal plants by healers in Mossoró, Rio Grande do Norte. They were used the techniques of direct observation and participant and applied semi-structured interviews. The marketing of medicinal plants and products is considered the main source of income of healers. There were 86 medicinal plants among the raizers, with Linum usitatissimum L. (86% being the most cited, followed by Plectranthus barbatus L. (71%, Pterodon emarginatus Vogel (71% and Bauhinia forficata Link. (71%. Plants are sought for 67 types of diseases, from diseases such as anemia, arthritis and worms. Influenza and inflammation were the most

  16. Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonathan Soldera

    2013-03-01

    Full Text Available CONTEXTCoagulase-negative staphylococci are common colonizers of the human skin and have become increasingly recognized as agents of clinically significant nosocomial infections.CASE REPORTThe case of a 79-year-old male patient with multi-infarct dementia who presented systemic inflammatory response syndrome is reported. This was attributed to bacteremia due to Staphylococcus cohnii ssp. urealyticus, which was grown on blood cultures originating from an infected pressure ulcer. The few cases of Staphylococcus cohnii infection reported in the literature consist of bacteremia relating to catheters, surgical prostheses, acute cholecystitis, brain abscess, endocarditis, pneumonia, urinary tract infection and septic arthritis, generally presenting a multiresistant profile, with nearly 90% resistance to methicillin.CONCLUSIONSThe reported case is, to our knowledge, the first case of true bacteremia due to Staphylococcus cohnii subsp. urealyticus caused by an infected pressure ulcer. It shows that this species may be underdiagnosed and should be considered in the differential diagnosis for community-acquired skin infections.CONTEXTOStaphylococcus coagulase-negativos, colonizadores frequentes da pele humana, têm sido reconhecidos como agentes de infecções nosocomiais.RELATO DE CASORelata-se o caso de um paciente de 79 anos com demência vascular que apresentou síndrome da resposta inflamatória sistêmica atribuída a bacteremia por Staphylococcus cohnni ssp. urealyticus, que cresceu em hemoculturas, secundária a uma úlcera de pressão infectada. Os poucos casos de infecção por Staphylococcus cohnii relatados na literatura descrevem bacteremia associada a cateter, próteses cirúrgicas, colecistite aguda, abscesso cerebral, endocardite, pneumonia, infecção do trato urinário e artrite séptica, geralmente apresentando um perfil de multirresistência, com aproximadamente 90% de resistência à meticilina.CONCLUSÕESO caso relatado é, ao nosso

  17. Avaliação clínica e sistêmica em pacientes que procuram tratamento periodontal = Clinical and systemic evaluation of patients seeking periodontal treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gusmão, Estela Santos

    2005-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estabelecer as condições clínicas e sistêmicas de pacientes portadores de doença periodontal atendidos na Escola de Aperfeiçoamento Profissional da Associação Brasileira de Odontologia Secção Pernambuco (EAP-ABO/PE nos anos de 2000-2001, foram levantados 249 prontuários dos quais, 65 foram desconsiderados por falta de preenchimento. Os dados de interesse foram anotados em ficha específica e trabalhados no programa SPSS versão 10. 0. Para análise estatística foram adotadas distribuições de freqüência, medidas de tendência central e teste do qui-quadrado (?2. Dos 184 prontuários válidos, 61,4% eram de pacientes do sexo feminino. A idade média foi de 39,9 anos, o número médio de dentes presentes foi de 25,4 e o de dentes ausentes, foi de 6,7/pessoa. O ?2 mostrou significância entre idade e número de dentes presentes (P < 0,001. A gengivite foi a alteração periodontal mais freqüente e o diagnóstico de periodontite de progressão lenta prevaleceu em 38,6% das fichas analisadas. Envolvimento de furca grau III, mobilidade grau III e profundidade de sulco = 8 mm foi observada em, respectivamente, 1,1%, 1,8% e 3,8% dos dentes. Alterações sistêmicas das mais diversas (úlcera, artrite, febre reumática, lúpus etc. atingiram 50% dos pacientes, 18,4% dos pacientes eram hipertensos. Não foi observada significância entre idade e diagnóstico periodontal (P = 0,672 e idade e condições sistêmicas (P = 0,586. O ?2 comprovou existir significância estatística entre condição sistêmica e diagnóstico periodontal (P < 0,001 sendo, portanto, sugestivo de que a condição sistêmica interfere no estado periodontal

  18. Médicos, advogados e indústria farmacêutica na judicialização da saúde em Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Orozimbo Henriques Campos Neto

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as relações entre médico prescritor, advogado e indústria farmacêutica em ações judiciais contra o Estado. MÉTODOS: Estudo descritivo retrospectivo com base nas informações dos expedientes administrativos dos processos judiciais com demandas por medicamentos contra o Estado de Minas Gerais movidos entre outubro de 1999 e outubro de 2009. As variáveis estudadas foram: sexo, idade e doença dos beneficiários das ações, origem do atendimento médico (público ou privado, médico prescritor, tipo de representação jurídica e medicamento solicitado. Foi realizada análise descritiva das variáveis com a distribuição de frequências. RESULTADOS: Foram analisadas 2.412 ações judiciais referentes a 2.880 medicamentos solicitados, com 18 fármacos diferentes. Entre esses, 12 são fornecidos pelas políticas de assistência farmacêutica do Sistema Único de Saúde (SUS. Os medicamentos mais solicitados foram adalimumabe, etanercepte, infliximabe e insulina glargina. As principais doenças dos beneficiários foram artrite reumatóide, espondilite anquilosante, diabetes mellitus e doenças pulmonares obstrutivas crônicas. Houve predomínio de representação por advogados particulares e atendimento por médicos do setor privado. Entre as ações representadas pelo escritório A, 43,6% tiveram um único médico prescritor para o adalimumabe e 29 médicos foram responsáveis por 40,2% dos pedidos do mesmo fármaco. Apenas um médico foi responsável por 16,5% das prescrições de adalimumabe, solicitado por apenas um escritório particular de advocacia, em 44,8% dos pedidos. CONCLUSÕES: A maior representatividade de médicos do setor privado e advogados particulares pode trazer prejuízo à equidade. Os dados sugerem associação entre médicos e escritórios de advocacia nas solicitações dos medicamentos. Esse quadro é um indício de que a Justiça e a medicina têm sido utilizadas para atender aos interesses da

  19. Caracterização anatômica, química e antibacteriana de folhas de Brunfelsia uniflora (manacá presentes na Mata Atlântica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Bernadete Gonçalves Martins

    Full Text Available Brunfelsia uniflora é uma espécie pertencente à família Solanaceae conhecida popularmente como manacá e empregada em medicina popular, suas folhas são empregadas contra artrite, reumatismo, sífilis, picadas de cobra, febre amarela, e ainda como diurética e antitérmica. Objetivou-se realizar um estudo anatômico foliar, através de microscopia de luz e de eletrônica de varredura, bem como análises químicas do extrato foliar através de cromatografia e testes microbiológicos com os extratos foliares para atividade antibacteriana frente a Escherichia coli e Staphylococcus aureus. O material biológico foi coletado em área de Mata Atlântica, nas proximidades da cidade de São Vicente - SP. O estudo da anatomia foliar de Brunfelsia uniflora, evidenciou parênquima paliçádico com duas camadas celulares e o parênquima lacunoso com seis camadas de células; foi observada grande quantidade de drusas no parênquima clorofiliano e predominância de esclerênquima na região da nervura central da folha. A epiderme abaxial apresentou grande quantidade de estômatos, sendo estes quase que ausentes na epiderme adaxial. Estudos através de microscopia eletrônica de varredura permitiram evidenciar uma camada de cera epicuticular ornamental bem característica na epiderme adaxial da folha, predominância de estômatos paracíticos, presença de tricomas capitados e muitos tricomas peltados na epiderme abaxial da folha. A análise química evidenciou alguns picos nos cromatogramas que correspondem a grupos de substâncias que não puderam ser analisadas de forma qualitativa, mas que se pode inferir a ocorrência de derivados de ácido cafeico. Os testes microbiológicos obtidos apresentaram resultados negativos no controle das espécies de bactérias testadas, nas concentrações utilizadas.

  20. Estudo de base populacional dos fatores associados à incapacidade funcional entre idosos na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil A population-based study on factors associated with functional disability among older adults in the Great Metropolitan Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla C. Giacomin

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar os fatores associados à incapacidade funcional entre idosos na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. O modelo teórico adotado foi baseado em características predisponentes (sócio-demográficas, fatores extra-individuais (apoio social, uso de serviços de saúde e intra-individuais (condições de saúde. Participaram do estudo 1.786 idosos (> 60 anos selecionados por meio de amostra probabilística. A variável dependente foi a incapacidade funcional, definida como incapacidade leve ou moderada (alguma dificuldade e grave (total dependência para realizar atividades da vida diária. A prevalência da incapacidade foi de 16% (8% leve e 8% grave. Idade e pior auto-avaliação da saúde apresentaram associações positivas e independentes com ambos os níveis de incapacidade. Hipertensão e artrite apresentaram associações com incapacidade leve ou moderada, enquanto diabetes e acidente vascular cerebral apresentaram associações com incapacidade grave. Associação negativa com incapacidade grave foi observada para visita de amigos nos últimos trinta dias. Esses resultados mostram que as condições crônicas associadas à incapacidade na população estudada são passíveis de prevenção e que o apoio social externo à família é menor em idosos com incapacidade grave.This study assessed factors associated with functional disability in old age in Greater Metropolitan Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil. The theoretical model was based on predisposing (socio-demographic, extra-individual (social support, use of health services, and intra-individual factors (health conditions. The study was conducted in a probabilistic sample of 1,786 subjects aged > 60 years. The dependent variable was disability defined as mild (some difficulty or severe (total dependence in performing at least one basic activity of daily living. Prevalence of disability was 16% (8% mild; 8% severe

  1. Enantioselective metabolism of hydroxychloroquine employing rats and mice hepatic microsomes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmem Dickow Cardoso

    2009-12-01

    Full Text Available Hydroxychloroquine (HCQ is an important chiral drug used, mainly, in the treatment of rheumatoid arthritis, systemic lupus erythematosus and malaria, and whose pharmacokinetic and pharmacodynamic properties look to be stereoselective. Respecting the pharmacokinetic properties, some previous studies indicate that the stereoselectivity could express itself in the processes of metabolism, distribution and excretion and that the stereoselective metabolism looks to be a function of the studied species. So, the in vitro metabolism of HCQ was investigated using hepatic microsomes of rats and mice. The microsomal fraction of livers of Wistar rats and Balb-C mice was separated by ultracentrifugation and 500 μL were incubated for 180 minutes with 10 μL of racemic HCQ 1000 μg mL-1. Two stereospecific analytical methods, high performance liquid chromatography (HPLC and capillary electrophoresis (CE, were used to separate and quantify the formed metabolites. It was verified that the main formed metabolite is the (--(R-desethyl hydroxychloroquine for both animal species.A hidroxicloroquina (HCQ é um importante fármaco quiral usado, principalmente, no tratamento de artrite reumatóide, lupus eritematoso sistêmico e malária e cujas propriedades farmacocinéticas e farmacodinâmicas parecem ser estereosseletivas. Em relação às propriedades farmacocinéticas, alguns estudos prévios indicam que a estereosseletividade pode se expressar nos processos de metabolismo, distribuição e excreção e que o metabolismo estereosseletivo parece ser função da espécie estudada. Sendo assim, o metabolismo in vitro da HCQ foi investigado usando microssomas de fígado de ratos e de camundongos. A fração microssômica de fígados de ratos Wistar e de camundongos Balb-C foi isolada por ultracentrifugação e 500 μL foram incubados por 180 minutos com 10 μL de HCQ racêmica 1000 μg mL-1. Dois métodos analíticos estereoespecíficos, por cromatografia líquida de

  2. Doenças reumáticas e infertilidade masculina Rheumatic diseases and male infertility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eutília Andrade Medeiros Freire

    2006-06-01

    Full Text Available As doenças reumáticas podem causar distúrbios sexuais e reprodutivos. As razões destes distúrbios são multifatoriais. Manifestações e sintomas das doenças podem reduzir a libido e interferir no sucesso da reprodução, como ocorre na artrite reumatóide (AR, lúpus eritematoso sistêmico (LES, espondilite anquilosante (EA e esclerose sistêmica (ES. A atividade da doença pode levar a uma alteração do eixo hipotálamo-hipófise, acarretando períodos de disfunção gonadal. Os auto-anticorpos e os distúrbios de hormônios sexuais, que podem estar presentes em muitas doenças reumáticas, podem influenciar negativamente na fertilidade. Além disso, algumas drogas usadas no tratamento de doenças reumatológicas por vezes representam um risco para a reprodução masculina, devido aos efeitos adversos que podem causar, como defeitos cromos-sômicos e gonadotoxicidade, prejudicando a espermatogênese e a motilidade dos espermatozóides. Conseqüentemente, há falência gonadal transitória ou permanente. Este trabalho faz uma revisão de um assunto pouco abordado na literatura brasileira.Rheumatic diseases affect all aspects of life, including sexuality and reproduction. The reasons for disturbing sexual functioning and reproduction are multifactorial. Manifestations and symptoms of disease can reduce libido and interfere with successful reproduction, for example, in rheumatoid arthritis (AR, systemic lupus erythematosus (SLE, ankylosing spondylitis (AS and systemic sclerosis (SSc. Active disease disturbs the hypothalamic-pituitary-axis, giving rise to periods of gonadal dysfunction. Autoantibodies, which are present in most of the rheumatic diseases, and disturbances of sex hormone status can negatively influence the fertilization. Furthermore, some antirheumatic drugs carry a risk for male reproduction, because can present adverse effects, which includes chromosomal defects and gonadotoxicity, damaging the spermatogenesis and sperm

  3. Distrofia simpático-reflexa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lotito Ana P. N.

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características clínicas, laboratoriais e terapêuticas de oito crianças com distrofia simpático-reflexa. DESCRIÇÃO: Foram analisados retrospectivamente oito casos de distrofia simpático-reflexa. O diagnóstico foi baseado na presença de dor no segmento distal de um membro, edema local, alterações vasomotoras e de sensibilidade. Dentre os oito pacientes com distrofia simpático-reflexa, dois eram portadores de lúpus eritematoso sistêmico, um de artrite idiopática juvenil e um de trombastenia de Glanzmann. Quatro eram meninas, e a média de idade foi de 11,5 anos. Os membros inferiores foram acometidos na maioria dos pacientes (7/8, e as características clínicas mais marcantes foram dor, edema e alterações vasomotoras da extremidade afetada (7/8, incapacitação funcional (7/8 e alterações de sensibilidade (3/8. A velocidade de hemossedimentação esteve alterada em três pacientes, e a cintilografia músculo-esquelética em cinco. Todos os pacientes receberam antiinflamatórios não-hormonais e fisioterapia, com melhora clínica observada em sete pacientes em até 6 meses de tratamento. Três pacientes foram submetidos à acupuntura, com boa resposta. Um paciente teve curso de difícil controle, tendo recebido antidepressivos tricíclicos e apresentando melhora após mais de 1 ano de tratamento. COMENTÁRIOS: A distrofia simpático-reflexa é uma doença que deve ser incluída no diagnóstico diferencial das dores em membros na infância, para que se estabeleça o diagnóstico precocemente, evitando-se, assim, prejuízo funcional a médio e longo prazo.

  4. Manifestações reumáticas da síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS Rheumatic manifestations of the acquired immunodeficiency syndrome (AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Siqueira-Batista

    2004-10-01

    Full Text Available Diferentes síndromes reumáticas e fenômenos auto-imunes já foram associados à infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV, quer pela maior freqüência de adoecimento, quer pela maior gravidade. Ademais, em muitos casos, sintomas e sinais da doença reumática estão presentes na abertura do quadro de infecção pelo HIV (como na síndrome de soroconversão ou da síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS. O reconhecimento deste horizonte é da maior importância para a prática do reumatologista, tornando-se altamente necessário ampliar a familiaridade com estes conceitos. Revisitar as interseções reumatológicas da infecção pelo HIV - enfatizando-se situações como as espondiloartropatias soronegativas, as artralgias, as artrites infecciosas, fibromialgia, miopatias, vasculites, síndrome linfocítica infiltrante difusa, lúpus eritematoso sistêmico e fenômenos auto-imunes - é, pois, o objetivo do presente artigo.Different rheumatic syndromes and auto-immune phenomena have already been associated with the infection by the human immunodeficiency virus (HIV, either by the higher frequency of the disease or by the greater severity. Furthermore, in many cases, symptoms and signs of rheumatic disease are present at the beginning of the infection condition by HIV (as in the serum conversion or the Acquired Immunodeficiency Syndrome (AIDS. Recognition of these possibilities is of fundamental importance to the rheumatologist practice and is necessary to have familiarity with these concepts. Revisiting the rheumatologic intersections of the infection by HIV - emphasizing situations such as seronegative spondyloarthropathies, arthralgia, infectitious arthritis, fibromyalgia, myopathy, vasculitis, difuse infiltranting lymphocytic syndrome systemic lupus erythematous and auto-immune phenomena - is then, the aim of the present article.

  5. Síndrome de Brown inflamatória: relato de caso Inflammatory Brown syndrome: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Guedes Candido Marculino

    2010-08-01

    Full Text Available A síndrome de Brown enquadra-se no grupo de estrabismos restritivos e é causada pela limitação de movimento do tendão do oblíquo superior através da tróclea. Caracteriza-se por ortotropia ou hipotropia na primária do olhar, limitação ou ausência de elevação em adução, frequente depressão do olho em adução com anisotropia em V e dução passiva positiva na elevação em adução. Denomina-se síndrome de Brown inflamatória, o distúrbio secundário, que tem como principais causas inflamações locais na órbita e doenças inflamatórias como artrite reumatóide e tenossinovite. Apresentamos o caso de um paciente de 44 anos, do sexo masculino, com queixa de diplopia binocular vertical à dextroversão recorrente. Diagnosticado como síndrome de Brown inflamatória sem etiologia definida, confirmada por ressonância nuclear magnética e com resolução espontânea.Brown syndrome fits the group of restrictive strabismus and is caused by a movement limitation of the superior oblique tendon through the trochlea. It is characterized by parallelism in the primary gaze position, limitation or absence of elevation in adduction, frequent depression of the eye in adduction with anisotropy in V-pattern and positive passive duction in the elevation in adduction. It is called inflammatory Brown syndrome, a secondary disorder, which main causes are local inflammation in the orbit and inflammatory diseases such as rheumatoid arthritis and tenosynovitis. A case of a 44 year-old patient, male, complaining of binocular vertical diplopia due to recurring dextroversion is reported. It was diagnosed as inflammatory Brown syndrome of uncertain etiology, confirmed by magnetic nuclear resonance, and with spontaneous resolution.

  6. Estado nutricional e fatores associados em idosos do Município de Viçosa, Minas Gerais, Brasil Nutritional status and associated factors among the elderly in Viçosa, Minas Gerais State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa de Matos Nascimento

    2011-12-01

    Full Text Available Investigaram-se as prevalências de baixo peso e excesso de peso, bem como os fatores associados em idosos. Trata-se de um estudo transversal, com 621 idosos residentes no Município de Viçosa, Minas Gerais, Brasil, realizado em 2009. As informações foram obtidas por meio de entrevistas domiciliares e se referiam à avaliação do estado nutricional, condições sociodemográficas e de saúde. Do total de pessoas estudadas, 53,3% eram do gênero feminino. A mediana do IMC foi de 26,40kg/m² (mínima 15,20 e máxima 46,82 e foi menor para os homens do que para as mulheres. A prevalência de excesso de peso foi elevada (45%; IC95%: 40%-49%, diminuiu com a idade, associou-se positivamente ao gênero feminino e história de artrite/artrose, e negativamente à faixa etária de 80 anos ou mais e ao tabagismo. A prevalência de baixo peso foi maior no gênero masculino (18,2%, aumentou com o avanço da idade e associou-se positivamente à pior percepção de saúde. O conjunto dos resultados salientam a importância de estratégias em saúde que favoreçam mudanças no estilo de vida e hábitos alimentares saudáveis.This cross-sectional study in 2009 focused on the prevalence of underweight and overweight and associated factors in a sample of 621 elderly individuals in Viçosa, Minas Gerais State, Brazil. Data were obtained through home interviews on nutritional status and socio-demographic and health conditions. Of the total sample, 53.3% were females. Median BMI was 26.40kg/m² (range = 15.20-46.82 and was lower for men than for women. Prevalence of overweight was high (45%; 95%CI: 40%-49%, decreased with age, was positively associated with female gender and history of arthritis/arthrosis, and was negatively associated with age 80 years or older and smoking. Prevalence of underweight was high in men (18.2%, increased with age, and was positively associated with worse self-rated health. The findings highlight the importance of health strategies

  7. Tireoidite de Hashimoto pode estar associada a um subgrupo de pacientes de esclerose sistêmica com hipertensão pulmonar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ciliana Cardoso B. Costa

    2014-10-01

    Full Text Available Introdução: Estudos recentes mostram associação entre tireoidites autoimunes e esclerose sistêmica (ES, e sugerem que essa condição pode interferir no fenótipo da ES. Entretanto, esses estudos avaliam as tireoidites autoimunes como um todo e nenhum deles aborda especificamente a tireoidite de Hashimoto (TH na ES. Objetivo: Investigar a presença de TH em pacientes com ES e sua possível associação com as manifestações da doença. Casuística e métodos: Manifestações clínicas de hipotireoidismo, TSH, T4 livre e anticorpos antitireoidanos (anti-TPO, anti TBG e TRAb foram pesquisados em 56 pacientes com ES. Pacientes com ES e TH foram comparados com pacientes com ES sem tireoidite. Resultados: TH foi observada em 19,64% dos pacientes com ES. Não foi encontrada associação entre a TH e as diferentes formas de doença ou com o perfil de autoanticorpos. Da mesma forma, não houve diferença entre a média do escore de Rodnan modificado e entre a presença de fenômeno de Raynaud, cicatrizes estelares, necrose digital, miosite, artrite, sintomas sicca, dismotilidade esofágica ou crise renal esclerodérmica quando os grupos foram comparados. Por outro lado, pacientes com TH apresentaram maior frequência de hipertensão pulmonar quando comparados a pacientes sem TH (66,6% vs 22,5%; p = 0,016. Conclusões: Na amostra de ES estudada, a TH está associada a uma maior prevalência de hipertensão pulmonar. Estudos de seguimento a longo prazo, englobando um número maior de pacientes com ES e TH, são necessários para confirmar esses dados.

  8. Fatores associados à adesão ao tratamento de crianças e adolescentes com doenças reumáticas crônicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa M. Bugni

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: São vários os fatores que contribuem para a má adesão ao tratamento de crianças e adolescentes com doenças reumáticas crônicas, gerando piora da qualidade de vida e do prognóstico. Nosso objetivo foi avaliar as taxas de adesão ao tratamento e identificar os fatores socioeconômicos e clínicos associados. MÉTODOS: Foram incluídos 99 pacientes com artrite idiopática juvenil, lúpus eritematoso sistêmico, dermatomiosite ou esclerodermia juvenil. Todos os pacientes eram acompanhados no ambulatório de reumatologia pediátrica por um período mínimo de 6 meses. Para avaliação da adesão, foi aplicado aos cuidadores um questionário composto por três blocos: 1 dados demográficos, clínicos e laboratoriais; 2 adesão ao tratamento medicamentoso; e 3 comparecimento às consultas, realização de exames e utilização de órteses. Foi considerada má adesão, quando realizado valor menor ou igual a 80% do prescrito. RESULTADOS: Um total de 53% dos pacientes apresentou boa adesão ao tratamento global, observada quando o cuidador possuía união estável (p = 0,006; 20 pacientes (20,2% apresentaram má adesão ao tratamento medicamentoso, relacionada à utilização de mais que três medicamentos diários (p = 0,047. As causas de má adesão ao tratamento foram esquecimento, recusa, dose incorreta ou falta de medicamento, problemas pessoais e dificuldades financeiras. CONCLUSÕES: Observamos boa adesão ao tratamento global nos pacientes cujos cuidadores possuíam união estável e má adesão ao tratamento medicamentoso nos pacientes que utilizavam mais que três tipos de medicamentos diariamente. Não houve associação entre as taxas de adesão ao tratamento e sexo, idade, tempo de diagnóstico e atividade da doença.

  9. Diretrizes de conduta e tratamento de síndromes febris periódicas associadas a febre familiar do Mediterrâneo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa R.A. Terreri

    2016-02-01

    Full Text Available Resumo Objetivo: Estabelecer diretrizes baseadas em evidências científicas para manejo da febre familiar do Mediterrâneo (FFM. Descrição do método de coleta de evidência: A diretriz foi elaborada a partir de 5 questões clínicas que foram estruturadas por meio do PICO (Paciente, Intervenção ou Indicador, Comparação e Outcome, com busca nas principais bases primárias de informação científica. Após definir os estudos potenciais para sustento das recomendações, esses foram graduados pela força da evidência e pelo grau de recomendação. Resultados: Foram recuperados, e avaliados pelo título e resumo, 10.341 trabalhos e selecionados 46 artigos para sustentar as recomendações. Recomendações: 1. O diagnóstico da FFM é baseado nas manifestações clínicas, caracterizadas por episódios febris recorrentes associados a dor abdominal, torácica ou artrite de grandes articulações; 2. A FFM é uma doença genética que apresenta traço autossômico recessivo ocasionada por mutação no gene MEFV; 3. Exames laboratoriais são inespecíficos e demonstram níveis séricos elevados de proteínas inflamatórias na fase aguda da doença, mas também, com frequência, níveis elevados mesmo entre os ataques. Níveis séricos de SAA podem ser especialmente úteis no monitoramento da eficácia do tratamento; 4. A colchicina é a terapia de escolha e demonstrou eficácia na prevenção dos episódios inflamatórios agudos e progressão para amiloidose em adultos; 5. Com base na informação disponível, o uso de medicamentos biológicos parece ser opção para pacientes com FFM que não respondem ou que são intolerantes à terapia com colchicina.

  10. Efeitos da injeção subtenoniana posterior de corticóide em pacientes com uveíte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Finamor Luciana Peixoto

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os efeitos da injeção subtenoniana posterior de corticóide (ISPC sobre a pressão intra-ocular (Po e acuidade visual em uma série de pacientes com uveíte. MÉTODOS: Estudo prospectivo de 18 pacientes que foram submetidos à injeção subtenoniana posterior de acetato de triancinolona (Kenalog® 40 mg - 9 pacientes, 14 injeções ou acetato de metilprednisolona (Depomedrol® 40mg - 9 pacientes, 15 injeções para tratamento de inflamação intra-ocular crônica e/ou edema macular cistóide. RESULTADOS: A acuidade visual final melhorou em 92% dos pacientes após a primeira injeção periocular de corticóide. Cinqüenta por cento melhoraram 1 linha e 42% melhoraram pelo menos 3 linhas, sendo que o tempo médio para a melhora foi de 3 semanas. Aumento da pressão intra-ocular ocorreu em 44 % dos pacientes (8 pacientes com média de 31 mmHg, variando de 21 a 38 mmHg. O aumento da pressão intra-ocular foi mais freqüente nos pacientes jovens e nos que receberam Kenalog®, com início, em média, após 2,5 semanas. CONCLUSÃO: Ainjeção subtenoniana de corticóide é uma forma de tratamento eficaz para a baixa acuidade visual secundária a alguns tipos de uveíte, como uveíte intermediária, doença de Behçet, síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada, vasculite retiniana e artrite reumatóide. Porém, pode induzir aumento da pressão intra-ocular em alguns pacientes, especialmente em crianças e jovens.

  11. Prevalência de doenças crônicas não transmissíveis e associação com autoavaliação de saúde: Pesquisa Nacional de Saúde, 2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariza Miranda Theme Filha

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo: Objetivo: Analisar o perfil de dez doenças crônicas não transmissíveis investigadas na Pesquisa Nacional de Saúde realizada no Brasil em 2013 e sua associação com a autoavaliação da saúde. Métodos: Estudo transversal de base populacional e abrangência nacional com 60.202 indivíduos com 18 anos ou mais. Foi utilizado processo amostral por conglomerado com três estágios de seleção: setor censitário, domicílio e indivíduo. Calculou-se a prevalência das doenças crônicas e os intervalos de confiança de 95% por idade, sexo e escolaridade, a idade média do primeiro diagnóstico e a proporção de limitação das atividades habituais. Para testar a associação com a autoavaliação de saúde, utilizou-se o procedimento de regressão logística ajustada por sexo e idade. Resultados: As doenças mais prevalentes foram hipertensão arterial (21,4%, depressão (7,6%, artrite (6,4% e diabetes mellitus (6,2%. Indivíduos com diagnóstico de acidente vascular cerebral (AVC referiram maior limitação das atividades habituais (38,6%. Observou-se um gradiente na prevalência segundo idade e escolaridade, e todas as doenças foram mais frequentes entre as mulheres. Pior autoavaliação de saúde foi encontrada entre aqueles com diagnóstico de AVC (OR = 3,60; valor de p < 0,001 e nos que referiram duas doenças (OR = 5,53; valor de p < 0,001 ou três ou mais doenças (OR = 10,86; valor de p < 0,001. Conclusões: Por se tratar de doenças associadas a fatores de risco modificáveis, a prevenção com foco populacional é a melhor estratégia para redução da carga dessas doenças.

  12. Condições de saúde, capacidade funcional, uso de serviços de saúde e gastos com medicamentos da população idosa brasileira: um estudo descritivo baseado na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Health status, physical functioning, health services utilization, and expenditures on medicines among Brazilian elderly: a descriptive study using data from the National Household Survey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Lima-Costa

    2003-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é descrever as condições de saúde e o uso de serviços de saúde da população idosa brasileira. Participaram do estudo 28.943 (99,9% idosos (³ 60 anos incluídos na amostra da PNAD 1998. Os resultados mostraram que as prevalências de pelo menos uma doença crônica (69,0%, de hipertensão (43,9%, de artrite (37,5% e de incapacidade para alimentar-se/tomar banho/ir ao banheiro (2,0% são muito semelhantes ao observado em outras populações. Os padrões de consultas médicas e de hospitalizações estão dentro das variações observadas em diferentes países. As baixas proporções de idosos que interromperam atividades por problemas de saúde (13,9% e estiveram acamados nas duas últimas semanas (9,5% ou foram hospitalizados no último ano (13,6% mostram que a imensa maioria não está sujeita a estes eventos. Considerando-se que 50% desta população têm renda pessoal ¾ 1 salário mínimo, o gasto médio mensal com medicamentos compromete aproximadamente um quarto da renda (23% de metade da população idosa brasileira.The objective of this research was to describe health conditions and health services utilization among Brazilian seniors. The study was based on 28,943 adults > 60 years (99.9% from an overall National Household Survey (PNAD 1998. The results show that prevalence rates for at least one chronic disease (69.0%, hypertension (43.9%, arthritis (37.5%, and inability to feed oneself/bathe/use the toilet (2.0% are very similar to those observed in other populations. Physician visits and hospitalization patterns are within the variation reported by different countries. The low prevalence rates of older adults who had interrupted activities because of a health problem (13.9% or had been bedridden (9.5% in the previous 2 weeks or hospitalized in the previous year (13.6% show that the vast majority are not subject to these events. Considering that 50% of this population live on less than or equal to one

  13. Adaptação do índice de massa corporal humano para cães Adaptation of human body mass index for dogs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Curvello de Mendonça Muller

    2008-08-01

    Full Text Available O índice de massa corporal (IMC é amplamente utilizado por médicos para quantificar a massa corporal de pessoas adultas. O índice elevado de gordura, ou seja, o peso em excesso, está relacionado com problemas cardiovasculares, infertilidade, diabetes, artrite, dificuldade em se locomover ou respirar e prejuízos na cicatrização de feridas. Apesar de todo o estudo que se tem a respeito desses problemas, não há um método preciso e objetivo para se quantificar o excesso de peso em cães. A proposta deste trabalho foi determinar um índice de massa corporal canino (IMCC, a partir do IMC existente para humanos. Foram medidos e pesados 246 animais, sem raça definida e com diferentes condições corporais. Para dar validade ao índice de massa corporal obtido, os animais também foram avaliados por dois veterinários segundo os padrões subjetivos, já existentes. Verificou-se que valores do IMCC entre 11,8 e 15kg m-2 refletem o peso ideal para cães de porte médio, cujo tipo físico possui média de peso entre 10 e 25kg.The index of corporal mass (ICM is broadlly used to measure the corporal mass of adults. A high fat index is related to heart and circulation problems, infertility, diabetes, arthritis, difficulty to move around or breath and problems with cicatrization. Even though there are several studies about these problems, there is no specific method to evaluate weight excess in dogs objectively and precisely. The purpose of this research was to determine an index of corporal mass for dogs based on the existing IMC for human beings. Two hundred and forty six dogs without defined-breed and with different body conditions were analysed. They were not only measured and weighed, but also evaluated by two distinct veterinarians based on real subjective patterns, which can determine the corporal score. These procedures enabled the acknowledgement of the attained index. The conclusion was that IMCC between 11,8 and 15kg m-2 represent the

  14. Autoimmune thyroiditis presenting as interstitial granulomatous dermatitis Dermatite intersticial granulomatosa como apresentação de tireoidite autoimune

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Antunes

    2012-10-01

    Full Text Available A 54-year-old female presented with recurrent, widespread, erythematous, painful plaques, over a 3-month period. Skin biopsy was compatible with interstitial granulomatous dermatitis. Additional investigation revealed hypothyroidism and positive anti-thyroid antibodies. Normalization of thyroid function and high-potency topical corticosteroids provided only transitory improvement of the dermatosis. Interstitial granulomatous dermatitis is a histologic inflammatory reaction, with variable cutaneous expression. It has been reported in association with several drugs, lymphoproliferative diseases and autoimmune disorders, such as rheumatoid arthritis, systemic lupus erythematosus and vasculitis, but association with autoimmune thyroiditis is rare. Optimal therapy for this condition is yet to be established, but topical corticosteroids have been a mainstay of treatment. In most cases, this disease is characterized by flares and remissions.Uma doente de 54 anos foi avaliada por placas eritematosas, dolorosas, disseminadas, recorrentes, com 3 meses de evolução. A biopsia cutânea foi compatível com dermatite intersticial granulomatosa. Os restantes exames laboratoriais revelaram hipotiroidismo e anticorpos anti-tiroideus positivos. Apesar da normalização da função tiroideia e de tratamento com corticóide tópico de alta potência, a dermatose melhorou apenas parcialmente. Dermatite intersticial inflamatória é um diagnóstico histopatológico, com expressão clínica variável. Tem sido associada a vários fármacos, doenças linfoproliferativas e autoimunes, nomeadamente artrite reumatóide, lupus eritematoso sistémico e vasculites, mas a associação com tireoidite autoimune é rara. Até ao momento, não foi definido nenhum tratamento específico, mas os corticóides tópicos são dos fármacos mais utilizados. A doença caracteriza-se por períodos de agravamento e remissão.

  15. Doença de Crohn gastroduodenal ¾ relato de quatro casos e revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ABRAHÃO Jr Luiz João

    2001-01-01

    Full Text Available Racional -- A doença de Crohn pode acometer todo o tubo digestivo, porém o envolvimento gastroduodenal é classicamente descrito como raro (0,5% a 13%. Objetivos - Descrever os achados clínicos, radiológicos, endoscópicos e o tratamento de quatro pacientes com doença de de Crohn gastroduodenal e rever a literatura. Pacientes e Métodos - Quatro pacientes (um homem de 24 anos e três mulheres de 37, 66 e 74 anos com epigastralgia, emagrecimento e febre baixa foram acompanhados nos hospitais das Universidades Federais do Rio de Janeiro e Fluminense. Diarréia intermitente e artralgia/artrite estavam presentes em dois e uma paciente foi operada de urgência por síndrome de obstrução pilórica. Exames laboratoriais revelaram anemia em uma das pacientes, sendo normais nos demais. Os estudos baritados revelaram ulcerações aftóides no estômago e duodeno, assim como ulcerações em íleo terminal e deformidades em ambos. Os achados endoscópicos compreenderam úlceras aftóides e serpiginosas e lesões polipóides no antro gástrico e úlceras geográficas em duodeno. Colonoscopia foi realizada em dois pacientes, revelando ileíte ulcerada em um e pancolite ulcerada em outro. O exame histopatológico revelou processo inflamatório crônico inespecífico sem granulomas, sendo excluídas outras causas de doença granulomatosa gástrica. Instituído tratamento com prednisona e inibidores de bomba de prótons, com remissão da doença em dois pacientes e evolução para síndrome de estenose pilórica em um (submetido a gastroenteroanastomose. Conclusão - A doença de Crohn gastroduodenal possui características clínicas, terapêuticas e prognósticas distintas. O avanço da endoscopia digestiva e a adoção de novos critérios para o diagnóstico histopatológico tem demonstrado incidência maior (17 a 75% que a previamente relatada.

  16. A ecografia no diagnóstico das lesões músculo-tendinosas do ombro Ultrasonography findings of musculotendinous lesions of the shoulder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arquimedes Artur Zorzetto

    2003-08-01

    Full Text Available Este estudo propôs-se a revisar os aspectos relevantes da anatomia, técnica de exame e achados de imagens, com o objetivo de auxiliar o radiologista no diagnóstico diferencial frente às afecções músculo-tendinosas do ombro. Foram realizadas 34 ultra-sonografias da região do ombro, no período de janeiro a dezembro de 2001. A avaliação foi realizada com transdutores de alta freqüência (7,5-10 MHz. O exame foi normal em 23% dos pacientes (oito casos. Dos 26 casos alterados, observaram-se oito com ruptura total (30%, cinco com ruptura parcial (19%, dez com tendinopatia (38%, um com tendinopatia calcificada (3%, um com tenossinovite bicipital (3% e um com tendinopatia associada a artrite gotosa (3%. A falta de experiência e de conhecimento das principais alterações que acometem o ombro é um dos principais pontos limitantes do diagnóstico ultra-sonográfico das lesões do ombro. Portanto, o estudo dessas alterações deve ser realizado amplamente.The purpose of this study is to review the anatomical structures, ultrasonography examination technique and imaging findings in patients with musculotendinous lesions of the shoulder with the aim of helping the radiologist in the differential diagnosis of these lesions. We performed ultrasonography examinations of the shoulder using high-resolution probes (7.5-10 MHz in 34 patients from January to December, 2001. The examination was normal in eight patients (23% whereas 26 patients presented abnormalities: eight patients had total rotator cuff tears (30%, five had partial rotator cuff (19%, ten had tendinopathy (38%, one had calcified tendinopathy (3%, one had biceps tendinitis, one had biceps tendon luxation (3% and one had tendinopathy associated to crystal arthropathy (3%. The lack of experience and the insufficient knowledge about the main diseases of the shoulder are limiting factors for the diagnosis of these lesions. Therefore, a comprehensive study of the abnormalities of the

  17. Serosite tuberculosa em portadora de lúpus eritematoso sistémico – Relato de caso e revisão de literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Cláudio Barroso Pereira

    2009-07-01

    Full Text Available Resumo: Trata-se de um relato de caso de uma doente jovem que preencheu critérios para diagnóstico de LES, segundo a Associação Americana de Reumatologia. A doente apresentava febre, anemia, artrite, cilindrúria, positividade para células LE e presença de anticorpos antinuclear. Ela evoluiu com derrame pleural bilateral e derrame pericárdico que ambos, inicialmente, foram atribuídos ao lúpus. Visto que manteve febre baixa, sudorese, emagrecimento e persistência da serosite, foi submetida a toracocentese que revelou pleurite crónica granulomatosa, diagnosticando tuberculose. Uma pericardiocentese foi realizada. Após início da terapia com fármacos antituberculosos, houve regressão do quadro de serosite. São discutidos alguns conceitos relacionados com ambas as doenças, como os sintomas, os diagnósticos e as situações pertinentes tanto ao lúpus como à tuberculose. É ressaltada a necessidade de um diagnóstico e tratamento da tuberculose doença nos portadores de lúpus, o mais precoce possível, principalmente em áreas endémicas para a tuberculose. Abstract: It is a case report of young female that had diagnostic criteria of Systemic Lupus Erithematosus in activity, according American Rheumatology Association. The patient had fever, anemia, arthritis, cellular casts, positive LE cells, positive antinuclear antibody. She has evolved to bilateral pleural effusion and pericardic effusion that both have been initially attributed to lupus. Due to she has also maintained low fever, sudoresis, loss of weight and a persistent serositis, a thoracocenthesis with pleural biopsy has been done and the result of it has revealed granulomatous chronic pleuritis, diagnosticing pleural tuberculosis. A pericardiocenthesis has also been done. After six months of anti-tuberculosis therapy, there was a regression of radiologic imaging. Some concepts referring to tuberculosis and

  18. Mecanismos bioquímicos envolvidos na digestão, absorção e metabolismo dosácidos graxos ômega - doi:10.5020/18061230.2004.p211

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Léa Silvia Sant´Ana

    2012-01-01

    Full Text Available Os lipídios são formados por diversos compostos químicos bastante diferentes entre si, sendo os ácidos graxos as substâncias presente em maior quantidade.A ingestão inadequada de ácidos graxos poliinsaturados têm sido relacionados com diversas doenças, tais como: doenças cardiovasculares; doenças autoimunes, alguns tipos de câncer e artrite reumatoíde. Para entender os efeitos dos lipídios no organismo animal é necessário conhecer a composição lipídica dos alimentos, bem como as etapas de absorção e digestão destes compostos. Os ácidos graxos, componentes lipídicos presentes em maior quantidade nos alimentos, estão esteriifcados como triacilglicerol e fosfolipídio. Estes compostos têm uma importância fisiológica para manutenção das estruturas, funções e integridade das membranas celulares, e isto faz com que o organismo animal tenha uma série de mecanismos para alterar o número de átomos de carbono e de duplas ligações de um ácido graxo, para que este seja adequado à necessidade da membrana celular. A razão entre o consumo de ácidos graxos w6 ew3 na dieta é um importante fator para determinar a ingestão adequada de lipídios, bem como prevenir o aparecimento de doenças. O objetivo desta revisão é descrever os mecanismos bioquímicos envolvidos na digestão, absorção e metabolismo dos lipídios, destacando a importância dos ácidos graxos ômega 3 na nutrição humana.

  19. Relato de Caso - Nefropatia de IgA associada ao ANCA com evolução favorável

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Lara Barcelos

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoIntrodução:Os anticorpos anticitoplasma de neutrófilos (ANCA comumente estão relacionados a glomerulonefrites rapidamente progressivas (GnRP com padrão pauci-imune. Apesar disso, a literatura mostra uma incidência além da esperada de ANCA nas GnRP por imunocomplexos. A nefropatia por imunoglobulina A (NIgA crescêntica é uma das GnRP que pode se associar ao ANCA.Objetivo:Relatar caso de NigA com sinais clínicos de mau prognóstico associado ao ANCA com evolução favorável após imunossupressão.Método:Foi relatado caso de paciente com 38 anos com quadro de hipertensão arterial (HAS, insuficiência renal (CKD-EPI- 37 ml/min/1,73 m2, proteinúria subnefrótica e hematúria. Nos antecedentes pessoais, relatava epistaxes ocasionais, rinossinusite e episódio de artrite com remissão espontânea. Durante a investigação diagnóstica, foram detectados ANCA positivo 1/160 e anti-PR3, porém, com biópsia renal compatível com NIgA com 38% de crescentes na amostra. Foi realizado diagnóstico de NIgA associada ao ANCA, sendo indicado tratamento imunossupressor por seis meses com corticoterapia (pulsoterapia com metilprednisolona 1 g por 3 dias, seguido de prednisona 1 mg/kg/dia e ciclofosfamida (500 mg com aumento crescente da dose até 750 mg/m2. Paciente evolui com recuperação da função renal, além da redução da proteinúria e da titulação de ANCA.Conclusão:A importância da identificação dessa sobreposição está no comportamento agressivo dessa doença caracterizada pela presença de crescentes, atrofia tubular e disfunção renal que podem regredir com início precoce da imunossupressão.

  20. Manifestações articulares nas viroses exantemáticas Joint complaints in exanthematic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Artimos de Oliveira

    1999-04-01

    Full Text Available A freqüência de manifestações articulares foi avaliada em 251 pacientes com diagnóstico clínico e laboratorial (detecção de IgM por ensaio imunoenzimático de virose exantemática. As artropatias (artralgia e/ou artrite foram mais observadas nos casos de dengue (49% e de rubéola (38,2% do que naqueles com parvovirose humana (30% e sarampo (28,1%. Com exceção do sarampo, as artropatias predominaram nos adultos (315 anos de idade, sendo tal diferença estatisticamente significativa. A ocorrência maior de artropatias em adultos foi mais evidente nos pacientes com parvovirose (75%, rubéola (65% e dengue (57,7% do que naqueles com sarampo (31%. As queixas articulares também predominaram nos pacientes do sexo feminino para todas as viroses avaliadas. Os resultados encontrados demonstram o freqüente acometimento articular nas doenças estudadas, e indicam a necessidade de comprovação laboratorial para o diagnóstico diferencial entre elas.The frequency of arthropathy was evaluated in 251 patients with clinical and serological diagnosis (specific IgM detection by enzyme immunoassay of exanthematic disease. Arthropathy (arthralgia and/or arthritis was more frequent in dengue fever (49% and rubella (38.2% cases than in human parvovirus (30% and measles (28.1% cases. Except for measles cases, joint complaints prevailed in adults (315 years of age and this difference was significant. The higher frequency of arthropathy in adults was more evident in human parvovirus (75%, rubella (65% and dengue fever (57.7% cases than in measles cases (31%. Arthropathy was also more frequent in females for all rash diseases studied. The results of this study showed the high occurrence of joint complaints in the diseases described here and the importance of laboratory confirmation for their differential diagnosis.

  1. Condições de saúde dos presos do estado do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília de Souza Minayo

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo Apresentam-se os resultados de um estudo quantitativo e qualitativo sobre as condições de vida e saúde dos presos do estado do Rio de Janeiro. O objetivo foi produzir informações estratégicas para subsidiar a ação dos agentes públicos que atuam nos presídios. Os resultados mostram que os presos são jovens (média de 30 anos, pobres, em maioria de cor preta e parda (70,5%, têm baixa escolaridade (só 1,5% deles têm curso superior e cumprem menos de quatro anos de pena. Dos problemas que afetam indiretamente sua saúde ressaltam-se: superlotação (1,39 presos para uma vaga, ócio (só 4,4% trabalham, escassez de perspectivas, maus tratos e relacionamentos conflituosos. Entre os problemas de saúde física destacam-se: os osteomusculares, como dores no pescoço, costas e coluna (76,7%, luxação de articulação (28,2%, bursite (22,9%, dor ciática (22,1%, artrite (15,9%, fratura óssea (15,3%, problemas de ossos e cartilagens (12,5% e de músculos e tendões (15,7%; os do aparelho respiratório, como sinusite (55,6%, rinite alérgica (47%, bronquite crônica (15,6%, tuberculose (4,7% e outras (11,9%; e doenças de pele. Apesar dos dispositivos legais que incluem o cuidado com a saude prisional entre as atribuições do SUS os serviços são escassos e ineficientes e uma das maiores causas de insatisfação dos presos.

  2. Avaliação microbiológica e molecular de líquidos articulares e peri-articulares de suínos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina S. Faria

    2011-08-01

    Full Text Available No presente estudo coletaram-se 115 amostras de líquido articular e peri-articular de suínos com suspeita clínica de doença articular oriundos de maternidade (30,43%, creche (44,35% e crescimento/terminação (25,22% de Sistemas Intensivos de Produção de Suínos (SIPs para avaliação microbiológica e molecular. Observaram-se 57 (49,5% amostras positivas em pelo menos uma das técnicas. No isolamento microbiano, 39,13% das amostras foram positivas, sendo Streptococcus spp. (19,72%, Arcabobacterium pyogenes (18,13% e Escherichia coli (12,68% os mais frequentes, havendo também a presença de Candida sp. (2,6%. Na técnica de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR, em 20% das amostras foram detectados microrganismos com uma maior ocorrência de Mycoplasma hyosinoviae (34,09%, Erysipelotrix tonsilarum (20,45% e Haemophilus parasuis (15,90%. Os microrganismos mais frequentemente isolados em animais com artrite, apresentaram distribuição em todas as faixas etárias, entretanto a fase de crescimento/terminação apresentou maior percentual (69% de amostras positivas. Streptococcus spp. ocorreu em todas as fases sendo o microrganismo mais detectado. M. hyosinoviae foi observado principalmente em animais de creche. Na fase de crescimento/terminação as bactérias predominantes foram A. pyogenes, H. parasuis e E. tonsilarum. Aproximadamente metade dos casos foi negativo o que indica a provável ocorrência de processos degenerativos como a osteocondrose, embora a participação de infecções articulares e peri-articulares possam representar grandes perdas com menor ou maior impacto dependendo da fase de criação. Problemas articulares e/ou peri-articulares de origem infecciosas foram encontrados em todas as propriedades estudadas. O principal agente foi M. hyosynoviae, principalmente na creche, porém não se pode descartar o envolvimento de problemas degenerativos em associação.

  3. Sorotipagem de amostras de Streptococcus suis isoladas de suínos em granjas dos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná Serotyping of Streptococcus suis strains isolated from pigs in the States of São Paulo, Minas Gerais e Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keila J.R. Pagnani

    2002-01-01

    Full Text Available Infecções causadas por Streptococcus suis são muito comuns em países onde a indústria de carne suína é desenvolvida. Estas infecções estão relacionadas a casos clínicos de broncopneumonia, meningite, artrite, pericardite, miocardite, endocardite, poliserosite fibrinosa, septicemia, rinite e aborto. Esta bactéria também foi descrita como patógeno de ruminantes e humanos. No Brasil há evidências clínicas da existência de processos infecciosos causados por S. suis afetando mais de 50% das granjas em Estados como São Paulo, Minas Gerais e Paraná. No presente estudo foram isoladas 51 amostras de S. suis de granjas do Estados acima referidos, coletadas de diferentes casos clínicos como septicemia, meningite, artrite e pneumonia, tendo sido obtidas ou em cultura pura ou como patógeno de maior predominância nos tecidos de suínos. Este material foi semeado em Columbia ágar sangue adicionado de 5% de sangue bovino e incubado a 37°C por 24 horas. Para a identificação bioquímica as colônias que apresentavam a-hemólise, bem como as amostras padrão, foram submetidas a testes convencionais para a confirmação da espécie S. suis, tais como: hidrólise de arginina, teste de Voges-Proskauer, e produção de ácido a partir de vários carboidratos (inulina, salicina, trealose, lactose, sacarose, sorbitol, manitol e glicerol. As amostras também foram testadas para habilidade de crescimento em meio de TSA com 6,5% de NaCl e para a produção de amilase. Todas as amostras que fizeram parte desta pesquisa foram testadas pelo sistema Api 20 Strep para confirmação dos resultados obtidos nos testes convencionais. Para a sorotipagem foram produzidos antissoros de 1 a 8. Outras amostras não pertencentes a estes sorotipos também foram sorotipadas. O antissoro produzido em coelhos foi titulado pelo teste de aglutinação em tubo com 2-mercaptoetanol e pelo teste de reação capsular e, quando adequados, foram usados no teste de co

  4. Care delivery for the child to grow up despite the pain: the family's experience Cuidando para que el niño crezca a pesar del dolor: la experiencia de la familia Cuidando para a criança crescer apesar da dor: a experiência da família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lisabelle Mariano Rossato

    2007-08-01

    ñanza, investigación y atención, permitiendo avanzar en el conocimiento teórico en enfermería.Os objetivos desse estudo foram compreender o significado da experiência da família da criança com dor decorrente de artrite reumatóide juvenil e construir um modelo teórico representativo dessa experiência. A Teoria Fundamentada nos Dados e o Interacionismo Simbólico foram utilizados como referencial metodológico e teórico, respectivamente. Foram realizadas 12 entrevistas semi-estruturadas com famílias das crianças. A partir da análise dos dados, emergiu o modelo teórico Cuidando para a criança crescer, apesar da dor, constituído por elementos motivacionais: querendo ver a criança livre da dor e querendo ver a criança levar uma vida normal, além de elementos intervenientes, revelando como a família vivencia as transições em seus ciclos de desenvolvimento, retomando-os e integrando-os na sua dinâmica com a chegada da doença e da dor na criança. Esse modelo teórico proporciona um referencial para as práticas de ensino, pesquisa e assistência, permitindo avançar em termos de conhecimento teórico para a enfermagem.

  5. Caracterização epidemiológica e fatores de risco associados às lentiviroses em pequenos ruminantes comercializados em feira de animais no Sertão de Pernambuco, semiárido brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Romero Alexandre Alves

    2017-08-01

    Full Text Available Aglomerações de animais em eventos comerciais do tipo feiras de negócios representam um importante elo na transmissão de doenças infecciosas, resultando na importância do conhecimento acerca da epidemiologia das doenças de pequenos ruminantes. Desta forma, o objetivo desse estudo foi determinar a presença das lentiviroses em caprinos e ovinos comercializados na feira de animais da cidade de Tabira, Sertão de Pernambuco, bem como a identificação de possíveis fatores de risco associados à enfermidade. Foram coletadas amostras de soro de 233 caprinos e 119 ovinos, sem raça definida, pertencentes a doze proprietários, na feira de animais vivos do município no período de novembro de 2014 a junho de 2015. Foi aplicado questionário epidemiológico para análise dos fatores de risco. O diagnóstico da infecção por Lentivirus de Pequenos Ruminantes (LVPR nas espécies foi realizado pela Imunodifusão em ágar-gel (IDGA e Western Blotting (WB. Na IDGA foram utilizados antígenos de Vírus Maedi-visna (MVV para ovinos e de vírus da Artrite-Encefalite Caprina (CAEV, cepa CAEV- Cork para caprinos, e no WB foi utilizado a cepa CAEV- Cork como antígeno para ambas espécies. As variáveis obtidas no questionário foram submetidas a análises estatísticas univariada e multivariada. Pela técnica de IDGA foi possível identificar um caprino soropositivo. Não foi detectada positividade nos ovinos. No WB 15/233 (6,44%; IC95% = 3,94 - 10,35% caprinos e 8/119 (6,72%; IC95% = 3,45 - 12,71% ovinos foram soropositivos, totalizando 23/352 (6,53%; IC95% = 4,39 - 9,61% animais reagentes. Os doze rebanhos estudados apresentaram animais soropositivos. Vermifugar os animais anualmente (odds ratio = 5,9; IC 95% = 1,7 - 19,8; p = 0,04 foi identificado como fator de risco para enfermidade em caprinos. Não foram identificadas variáveis associadas ao risco de infecção em ovinos. Concluiu-se que os LVPR estão presentes em caprinos e ovinos

  6. Estudo retrospectivo de afecções cirúrgicas em aves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia F. Castro

    2013-05-01

    Full Text Available Avaliaram-se retrospectivamente as cirurgias realizadas em aves no Serviço de Cirurgia de Pequenos Animais do Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, durante período de oito anos. De um total de 90 intervenções cirúrgicas para diagnóstico e/ou tratamento de afecções, 27 foram ortopédicas e 63 de tecidos moles. Quanto ao percentual de cirurgias ortopédicas realizadas segundo as diferentes ordens, observou-se: Psittaciformes 85,19%, Piciformes 7,41%, Anseriformes 3,70% e Falconiformes 3,70%. Para as de tecidos moles os Psittaciformes representaram 92,06%, Columbiformes 3,17%, Passeriformes 3,17% e Anseriformes 1,60%. Entre os tipos de afecções ortopédicas encontradas as fraturas apresentaram a maior ocorrência (88,90%, seguidas de luxação (3,70%, avulsão traumática de extremidade (3,70% e artrite/osteomielite (3,70%. Dentre as afecções cirúrgicas de tecidos moles as neoplasias apresentaram a maior ocorrência (30,15%, seguidas das neoformações cutâneas ou de anexos não neoplásicos (17,46%, neoformações cutâneas sem diagnóstico (7,94%, distocia (7,94%, fístula de papo (7,94%, hérnia abdominal (4,76%, sinusite (4,76%, gangrena de extremidade de membros (3,17%, perfuração de esôfago (3,17%, prolapso de cloaca (3,17%, "Necrose avascular de dígito" (1,59%, ferida na região da quilha (1,59%, perfuração de cavidade celomática (1,59%, neoformação em cavidade celomática sem diagnóstico (1,59%, corpo estranho em trato gastrointestinal (1,59% e otite (1,59%. A distribuição das afecções cirúrgicas segundo as espécies acometidas mostrou o "grupo dos papagaios", representado em sua maioria por espécies do gênero Amazona, como prevalente. O conhecimento das afecções cirúrgicas e espécies de aves mais acometidas acrescentam informações para aqueles que já atuam nesta área e servem como indicador de estudo para futuros cirurgiões de aves.

  7. Viscossuplementação em pacientes com artropatia hemofílica Viscosupplementation in patients with hemophilic arthropathy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Zelada

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar se a viscossuplementação com ácido hialurônico em pacientes com artropatia hemofílica grave associada com triancinolona após a lavagem articular com soro fisiológico melhora a dor, a rigidez, a função e a qualidade de vida. MÉTODOS: Onze pacientes com artrite hemofílica de joelhos com e sem acometimento de outras articulações (tornozelos e cotovelos foram submetidos a lavagem articular com soro fisiológico e subsequente infiltração de hilano e triancinolona em todas as articulações acometidas. Responderam os questionários algo-funcionais (WOMAC e Lequesne, escala analógica visual para dor (VAS e SF-36, no pré-operatório, e com um e três meses de pós-operatório. RESULTADOS: A dor (VAS e WOMAC dor e a rigidez (WOMAC rigidez não apresentaram melhora significativa (p=0,3; p=0,2; p=0,1, respectivamente. Porém a função apresentou uma melhora significativa dada pelo WOMAC função e total (11 pontos em média, p=0,04 e p=0,001, respectivamente. A pontuação no questionário de Lequesne não variou significativamente (p=0,1. Porém tantos os componentes mental como físico do SF 36 tiveram melhoras clinicamente relevantes e significativas (p=0,002. CONCLUSÃO: A lavagem articular com soro fisiológico seguida pela infiltração de corticosteroide e hilano é efetiva no tratamento da artropatia hemofílica, sobretudo na melhora funcional e na qualidade de vida. Nível de Evidência IV, Série de casos.OBJECTIVE: To assess whether viscosupplementation with hyaluronic acid in patients with severe hemophilic arthropathy associated with triamcinolone after washing with saline improves joint pain, stiffness, function and quality of life. METHODS: Eleven patients with hemophilic arthritis of the knee with and without involvement of other joints (elbows and ankles underwent joint lavage with saline and subsequent injection of Hylan and triamcinolone in all affected joints. The patients answered the algo

  8. Desigualdades sociais na prevalência de doenças crônicas no Brasil, PNAD-2003 Social inequalities in the prevalence of chronic diseases in Brazil, PNAD-2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilisa Berti de Azevedo Barros

    2006-12-01

    Full Text Available Os inquéritos de saúde de base populacional constituem o principal instrumento utilizado para conhecer a prevalência de doenças crônicas, de restrições de atividades e de uso de serviços de saúde. Com base nos dados da PNAD-2003, foram estimadas as prevalências das 12 doenças crônicas pesquisadas, segundo sexo, idade, cor, escolaridade, macrorregião de residência e situação urbana ou rural do domicílio. Foram analisados a presença de limitações e o uso de serviços de saúde segundo a presença de doença crônica. Utilizando regressão de Poisson, foram estimadas as razões de prevalências ajustadas por idade, sexo, macrorregião de residência e tipo de respondente. A prevalência de pelo menos uma doença crônica aumentou com a idade, foi maior entre mulheres, indígenas, pessoas com menor escolaridade, cidadãos detentores de plano de saúde, migrantes de outros estados, residentes em áreas urbanas e moradores da região Sul. A presença de doença crônica provocou aumento de limitação de atividades e da demanda por serviços de saúde. As condições mais prevalentes foram: doença de coluna, hipertensão, artrite e depressão. Foi detectada significativa desigualdade social no padrão das doenças crônicas, segundo gênero, cor/raça, nível de escolaridade, região de residência e situação do domicílio.Population-based health surveys are the main tool for obtaining data on the prevalence of chronic diseases, disabilities and use of healthcare services. Based on the data of the PNAD-2003, this study estimated the prevalence of 12 chronic diseases according to: gender, age, skin color, educational level, macro-region and urban or rural situation of the households. We analyzed the relation between presence of disabilities and use of healthcare services due to the presence of a chronic disease. The prevalence ratios adjusted according to age, gender, macro-region and type of respondent were estimated using

  9. Socio-demographic and health characteristics of elderly individuals: support for health services Características sociodemográficas y de salud de ancianos: contribuciones para los servicios de salud Características sociodemográficas e de saúde de idosos: contribuições para os serviços de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Calíope Pilger

    2011-10-01

    de salud que trabajan en este municipio, además de auxiliar a los gestores para formular indicadores de salud.Trata-se de estudo epidemiológico seccional com inquérito domiciliar, com o objetivo de descrever as características sociodemográficas e as condições de saúde de idosos do município de Guarapuava, PR, Brasil. A amostra do estudo foi composta por 359 idosos inscritos nas UBSs do município. As entrevistas foram realizadas de janeiro a abril de 2010, utilizando-se a seção I e II do questionário Brazil Old Age Schedule - BOAS. Os resultados demonstraram que o sexo feminino foi prevalente (64,3%, a autopercepção de saúde foi boa para 54,6% dos idosos, as doenças mais relatadas foram hipertensão (34,9%, diabetes mellitus (12,4% e artrite/artrose (12,2%. A maioria dos idosos utiliza prótese dentária (74,4%, 56,5% óculos ou lente de contato. Conclui-se que o conhecimento do perfil sociodemográfico e de saúde desses idosos favorece a implantação de ações específicas para essa faixa etária pelos profissionais de saúde que trabalham nesse município, além de auxiliar os gestores para formular indicadores de saúde.

  10. Sindroma de Churg-Strauss: um diagnóstico de asma e eosinofília

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Tribolet de Abreu

    2001-11-01

    Full Text Available RESUMO: Introdução: O S. de Churg-Strauss (SCS é uma entidade clínica em que um quadro de asma e eosinofilia coexiste com um atingimento multissistémico.Caso-clínico: Um homem de 63 anos, com diagnóstico de asma e rinite alérgica desde os 55 anos, inicia um quadro de febre, artrite, polineuropatia e hematúria. Verificou-se a existência de eosinofilia marcada e sinusopatia maxilar e etmoidal bilateral. Iniciou corticoterapia, com regressão completa do quadro clínico e laboratorial. Está actualmente assintomático, com Prednisolona 5 mg/dia.Discussão: Revendo os diagnósticos diferenciais de doença pulmonar com eosinofilia,verificámos que a presença de atingimento extrapulmonar permite considerarmos o SCS e o S. hipereosinofílico idiopático como únicas hipóteses. A existência de asma selecciona o SCS como o diagnóstico correcto.Conclusões: a perante um doente com asma e eosinofilia (superior a 10%, o S. de Churg-Strauss é um diagnóstico a ter sempre presente; b o diagnóstico é principalmente clínico, de acordo com os critérios de classificação; c a corticoterapia é muito eficaz e o seu desmame lento permite doses de manutenção baixas.REV PORT PNEUMOL 2001; VII (6: ABSTRACT: Background: The Churg-Strauss syndrome (CSS is a disease in which asthma and eosinophilia occur with multisystemic manifestations.Case-report: A 63 year old male, with a diagnosis of asthma and allergic rhinitis for 8 years, has fever, arthritis, peripheral neuropathy and hematuria. Marked eosinophilia and sinusitis were found. Corticosteroids were given, with complete clinical and laboratorial remission. The patient is asymptomatic with a daily dose of 5 mg of Prednisolone.Discussion: Reviewing the differential diagnosis of pulmonary disease and eosinophilia, the extrapulmonary involvement only exists in the CSS and the hypereosinophilic syndrome. Asthma is present only in the former, and so the Churg-Strauss syndrome was the correct

  11. Perfil de especialistas e de serviços em reumatologia pediátrica no estado de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Terreri

    2013-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A reumatologia pediátrica (RP é uma especialidade emergente, com número restrito de especialistas, e ainda não conta com uma casuística brasileira sobre o perfil dos pacientes atendidos e as informações sobre a formação de profissionais capacitados. OBJETIVO: Estudar o perfil dos especialistas e dos serviços em RP e as características dos pacientes com doenças reumáticas nessa faixa etária a fim de estimar a situação atual no estado de São Paulo (ESP. PACIENTES E MÉTODOS: No ano de 2010 o departamento científico de RP da Sociedade de Pediatria de São Paulo encaminhou um questionário respondido por 24/31 especialistas com título de especialização em RP que atuam no ESP e por 8/12 instituições com atendimento nesta especialidade. RESULTADOS: A maioria (91% dos profissionais exerce suas atividades em instituições públicas. Clínicas privadas (28,6% e instituições (37,5% relataram não ter acesso ao exame de capilaroscopia e 50% das clínicas privadas não tem acesso à acupuntura. A média de tempo de prática profissional na especialidade foi de 9,4 anos, sendo 67% deles pós-graduados. Sete (87,5% instituições públicas atuam na área de ensino, formando novos reumatologistas pediátricos. Cinco (62,5% delas têm pós-graduação. Dois terços dos especialistas utilizam imunossupressores e agentes biológicos de uso restrito pela Secretaria da Saúde. A doença mais atendida foi artrite idiopática juvenil (29,1%-34,5%, seguida de lúpus eritematoso sistêmico juvenil (LESJ (11,6%-12,3% e febre reumática (9,1%-15,9%. Vasculites (púrpura de Henoch Schönlein, Wegener, Takayasu e síndromes autoinflamatórias foram mais incidentes nas instituições públicas (P = 0,03; P = 0,04; P = 0,002 e P < 0,0001, respectivamente. O LESJ foi a doença com maior mortalidade (68% dos óbitos, principalmente por infecção. CONCLUSÃO: A RP no ESP conta com um número expressivo de especialistas p

  12. Autoanticorpos em esclerodermia e sua associação ao perfil clínico da doença: estudo em 66 pacientes do sul do Brasil Autoantibodies in scleroderma and their association with the clinical profile of the disease: a study of 66 patients from southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Larocca Skare

    2011-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: A esclerodermia é uma colagenose relativamente rara, cujo perfil de autoanticorpos está associado a diferentes manifestações clínicas. A prevalência de autoanticorpos na esclerodermia sofre influência racial e genética. OBJETIVO: Estudar a prevalência dos anticorpos anti-Scl-70, anticentrômero e anti-U1-RNP em pacientes com esclerodermia do sul do Brasil e verificar suas associações às manifestações clínicas. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de análise de 66 pacientes com esclerodermia para presença de anti-Scl-70, anticentrômero (ACA e anti-U1-RNP e de manifestações clínicas como: Raynaud, cicatrizes estelares, necrose digital, telangiectasias, calcinose, fibrose pulmonar, pleurites, pericardites, miocardiopatias, artralgias e artrites, grau de esclerose da pele, contraturas articulares e atritos de tendão, hipertensão pulmonar, manifestações esofágicas e crise renal. RESULTADOS: A prevalência do anti-Scl-70 foi de 17,8%, a do ACA, de 33,3%, e a do U1 RNP foi de 11,8 %. O anti-Scl-70 estava associado à forma difusa da doença (p=0,015, presença de miocardiopatias (p=0,016 e de cicatrizes estelares (p=0,05; o anticentrômero foi mais comum na forma limitada, embora sem significância estatística e mostrou-se protetor para as miocardiopatias (p=0,005. O anti-U1-RNP foi mais comum nas formas de superposição (p=0,0004. CONCLUSÃO: A prevalência e o perfil de associações clínicas dos autoanticorpos em esclerodermia de pacientes brasileiros assemelham-se aos da literatura mundial.BACKGROUND: Scleroderma is a fairly rare connective tissue disease whose autoantibody profile is associated with different clinical manifestations. The prevalence of autoantibodies in scleroderma is influenced by race and genetics. OBJECTIVE: To study the prevalence of anti-Scl-70, anti-centromere (ACA and anti-U1-RNP antibodies in patients with scleroderma in southern Brazil and verify their association with clinical

  13. Qualidade de vida de pacientes em hemodiálise em um hospital público de Belém - Pará Quality of life of hemodialysis patients in a Brazilian Public Hospital in Belém - Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cíntia Botelho Silveira

    2010-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A doença renal crônica (DRC dialítica afeta a qualidade de vida do paciente, por vezes de maneira mais intensa que outras doenças crônicas, como artrite reumatóide, insuficiência cardíaca, doença arterial coronariana e doença pulmonar obstrutiva crônica, exercendo efeito negativo sobre os níveis de energia e vitalidade, limitando as interações sociais e prejudicando a saúde psíquica. OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida de pacientes com IRC em programa de hemodiálise ambulatorial em um hospital público de Belém - Pará. MÉTODO: O estudo baseou-se em dados coletados em entrevista, utilizando a versão brasileira do questionário SF-36. Foram avaliados 50 pacientes, com idade média de 48 ± 16 anos e tempo médio em hemodiálise de 3 ± 2,9 anos, 62% do sexo masculino. RESULTADOS: A dimensão mais afetada foi relativa aos aspectos físicos, com pontuação média de 36 ± 36 e 58% dos pacientes no quartil mais baixo, enquanto saúde mental e aspectos sociais demonstraram relativa preservação, com a maioria dos pacientes alocados no quartil mais elevado. A população masculina apresentou piores escores que a feminina quanto a aspectos físicos e vitalidade. A idade correlacionou-se negativamente com a capacidade funcional. Os pacientes em hemodiálise há mais de um ano apresentaram melhores níveis no domínio aspectos sociais e houve correlação positiva entre o tempo em diálise e a capacidade funcional. CONCLUSÃO: Os domínios analisados estiveram globalmente comprometidos na população estudada, em especial com relação aos aspectos físicos, sugerindo a influência negativa da presença de doença crônica, com tratamento prolongado, sobre esses âmbitos.INTRODUCTION: End-stage chronic kidney disease (CKD requiring dialysis affects the quality of life sometimes more severely than other chronic diseases, such as rheumatoid arthritis, heart failure, coronary artery disease, and chronic obstructive

  14. Cannabidiol: from an inactive cannabinoid to a drug with wide spectrum of action Canabidiol: de um canabinóide inativo a uma droga com amplo espectro de ação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Waldo Zuardi

    2008-09-01

    na sua interação com o delta9-THC e nos seus efeitos antiepiléptico e sedativo. As duas décadas seguintes apresentaram um menor nível de interesse e as propriedades terapêuticas potenciais do canabidiol investigadas foram, principalmente, as ansiolíticas, antipsicóticas e seus efeitos sobre as doenças motoras. Os últimos cinco anos têm demonstrado um notável aumento de publicações sobre o canabidiol, principalmente estimulado pela descoberta dos seus efeitos anti-inflamatório, anti-oxidativo e neuroprotetor. Estes estudos têm sugerido uma vasta gama de possíveis efeitos terapêuticos da canabidiol em várias condições, incluindo doença de Parkinson, doença de Alzheimer, isquemia cerebral, diabetes, náusea, câncer, artrite reumatóide e outras doenças inflamatórias. CONCLUSÃO: Nos últimos 45 anos, foi possível demonstrar uma vasta gama de efeitos farmacológicos do canabidiol, muitos dos quais são de grande interesse terapêutico, que ainda necessitam ser confirmados por estudos clínicos.

  15. Antioxidant, cytotoxic and UVB-absorbing activity of Maytenus guyanensis Klotzch. (Celastraceae bark extracts Atividade antioxidante, citotóxica e absorção no UVB de extratos da casca de Maytenus guyanensis Klotzch. (Celastraceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Almeida Telles Macari

    2006-12-01

    Full Text Available Maytenus guyanensis Klotzch. is an Amazonian medicinal tree species known in Brazil by the common name chichuá and in Peru and Colombia by the name chuchuhuasi. It is used in traditional medicine as stimulant, tonic, and muscle relaxant, for the relief of arthritis, rheumatism, hemorrhoids, swollen kidney, skin eruptions, and skin cancer prevention, among others. Initially, different extraction solvents and methods were applied to dried, ground bark which made possible the preparation of extracts having both significant lethality to brine shrimp larvae (Artemia franciscana Leach as well as antioxidant activity in vitro based on tests involving reactions with 2,2,-diphenyl-1-picrylhydrazyl (DPPH. Analysis of fractions from serial extractions with solvents of increasing polarity supports the notion that antioxidant activity is associated with compounds of intermediate polarity and cytotoxicity is associated with compounds of low to intermediate polarity. Variation of extraction time and conditions revealed that hot, continuous ethanol extraction provided good yields of bark extract in several hours. Hot extraction also provided ethanol extracts having greater lethality to brine shrimp and antioxidant activity (compared to the flavonoid rutin in semi-quantitative methods based on DPPH than extracts obtained from maceration at room temperature. Freeze-dried ethanol extracts were prepared by: 1 maceration at room temperature and 2 hot extraction (eight hours on several hundred gram scales and the latter extract was shown to have partial screening effects on UVB light. In this work, cytotoxic, antioxidant and potential sun-screening activity are shown for the first time in M. guyanensis.Maytenus guyanensisKlotzch. é uma árvore medicinal proveniente da Amazônia conhecida comochichuá (xixuáe no Peru e Colombia porchuchuhuasi. É utilizada medicinalmente como estimulante, tônico e relaxante muscular, para o alívio de artrite, reumatismo, hemorr

  16. Manifestações otorrinolaringológicas nas doenças reumáticas auto-imunes Otorhinolaryngologic manifestations of autoimmune rheumatic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Bergamim Pereira

    2006-04-01

    Full Text Available As manifestações otorrinolaringológicas nas doenças reumáticas representam um desafio diagnóstico para o reumatologista, o otorrinolaringologista e o médico generalista. Comumente, sintomas otorrinolaringológicos representam um sinal inicial de uma doença assintomática ou uma desordem auto-imune não diagnosticada, que freqüentemente exige um imediato e agressivo tratamento imunossupressor. Distúrbios auditivos podem ser vistos em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico (LES, granulomatose de Wegener (GW, policondrite recidivante (PR, poliarterite nodosa, síndrome de Cogan, síndrome de Sjögren e menos freqüentemente na síndrome de Churg-Strauss e doença de Behçet. O nariz e seios paranasais são variavelmente afetados durante o curso da GW, síndrome de Churg-Strauss, PR e sarcoidose. Ulcerações mucosas recorrentes são comuns no LES e doença de Behçet. Xerostomia é uma manifestação comum da síndrome de Sjögren primária e secundária; aumento da glândula salivar pode ser visto nesses pacientes, assim como nos pacientes com sarcoidose. A articulação cricoaritenóide pode ser envolvida durante o curso da artrite reumatóide, espondilite anquilosante e gota; alterações osteoartríticas também têm sido descritas. Disfunção do nervo trigeminal pode ocorrer em pacientes com síndrome de Sjögren, esclerose sistêmica, LES e doença mista do tecido conjuntivo. Paralisia facial periférica tem sido descrita como complicação do curso da síndrome de Sjögren e sarcoidose.Otorhinolaryngologics manifestations of rheumatologic disorders represent a diagnostic challenge for the rheumatologist, the otorhinolaryngologist, and the general practicioner. Not uncommonly otorhinolaryngologics symptoms represent the initial sign of an otherwise asymptomatic or even undiagnosed autoimmune disorder which often calls for prompt and aggressive immunosuppressive treatment. Hearing disturbances may be seen in patients with

  17. Biological Therapy for Pyoderma Gangrenosum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naw Ally Krüger

    2013-10-01

    Full Text Available Introduction: pyoderma gangrenosum (PG is a rare and severe neutrophilic dermatosis asso- ciated with inflammatory bowel disease (IBD and other systemic diseases such as rheu- matoid arthritis and hematological malignancies. Diagnosis is based on clinical criteria and exclusion of other skin disorders. There is no gold standard for the treatment of PG; traditionally intravenous corticosteroids are used, but recently the use of drugs that in- hibit tumor necrosis factor alpha (TNF-alpha has changed the management of PG, showing great effectiveness.Case report: female patient, 23 years old, diagnosed with severe nonspecific ulcerative colitis (UC three years ago, undergoing treatment with oral mesalamine and azathioprine. She developed PG fourteen days after hospital discharge; hospitalization was due to worsening of intestinal disease symptoms. She was successfully treated using biological therapy after unfavorable evolution with corticosteroid therapy.Conclusion: PG, a rare extraintestinal manifestation of IBD of difficult resolution that has significant impact on patient quality of life. The use of biological therapy for PG has higher efficacy in the treatment of patients decreasing wound healing time and return to daily activities. Resumo: Introdução: pioderma gangrenoso (PG é uma rara e grave dermatose neutrofílica associada a doença inflamatória intestinal (DII e a outras doenças sistêmicas como a artrite reumatoi- de e neoplasias hematológicas. O diagnóstico é baseado em critérios clínicos e exclusão de outras desordens da pele. Ainda não há padrão ouro para o tratamento do PG, tradicional- mente usa-se corticoides endovenosos, porém recentemente o uso de fármacos inibidores do fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa tem mudado o manejo do PG mostrando grande efetividade.Relato do caso: paciente feminina, 23 anos, com diagnóstico de retocolite ulcerativa inespe- cífica (RCUI severa há três anos, em tratamento com

  18. Efeitos adversos durante a infusão de infliximabe em crianças e adolescentes: estudo multicêntrico Adverse reactions during infliximab infusion in children and adolescents: multicenter study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Maria Passarelli Lupoli Barbosa

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a freqüência e a gravidade dos efeitos adversos durante a infusão de infliximabe. MATERIAL E MÉTODOS: Avaliação retrospectiva de prontuários de 58 pacientes acompanhados em cinco serviços de reumatologia pediátrica. Todos apresentavam doença refratária ou eram intolerantes ao uso de uma ou mais drogas modificadoras de doença e receberam uma ou mais infusões de infliximabe. A análise estatística foi descritiva, levando-se em conta a freqüência e o tipo dos efeitos adversos, assim como sua relação com o número de infusões, a dose de infliximabe e a indicação. RESULTADOS: A média da idade na época da introdução do infliximabe foi de 12 anos e 9 meses e a média do tempo de evolução da doença foi de 7 anos e 7 meses. A principal indicação da medicação foi artrite idiopática juvenil (43. Dos 58 pacientes avaliados, 25 (43,1% apresentaram efeitos adversos durante a infusão e em 17 (29,3%, a medicação teve de ser suspensa. As reações que ocorreram foram: dispnéia (dez, náuseas e vômitos (oito, rash cutâneo (sete, choque anafilático (seis, rubor facial (cinco, angioedema (quatro, dor torácica (quatro, urticária e hipertensão, entre outras. A reação anafilática foi mais freqüente entre a quarta e a sexta infusão. CONCLUSÃO: A freqüência e a gravidade dos efeitos adversos ao infliximabe devem ser levadas em conta, não apenas por ocasião da sua indicação, mas principalmente por ocasião da escolha do local para a sua aplicação, que deve contar com estrutura para atendimento de urgência.OBJECTIVE: To evaluate the frequency and the severity of the adverse reactions during the infusion of infliximab. METHODS: We performed a retrospective chart review of 58 patients, followed up at 5 paediatric rheumatology centers. All patients presented refractory disease or were intolerant to one or more disease modifying drugs and received one or more infliximab infusions. The data analysis

  19. Prática de vacinação em crianças com doenças reumáticas Vaccination practice in children with rheumatic disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Artur A Silva

    2010-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: Avaliar a prática clínica com relação à verificação do cartão vacinal e à indicação de vacinas específicas em pacientes com doenças reumáticas pediátricas em uso de diferentes drogas, e evidenciar a possível associação entre frequência de vacinação e tempo de prática clínica dos reumatologistas pediátricos do estado de São Paulo. MATERIAL E MÉTODOS: Um questionário foi enviado para os reumatologistas pediátricos do Departamento de Reumatologia da Sociedade de Pediatra de São Paulo. Esse instrumento incluiu questões sobre tempo de prática em Reumatologia Pediátrica, vacinação de pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico Juvenil (LESJ, artrite idiopática juvenil (AIJ, dermatomiosite juvenil (DMJ e imunização de acordo com os tratamentos utilizados. RESULTADOS: Cartão de vacinação foi visto por 100% dos profissionais na primeira consulta e por 36% anualmente. Vacinas de agentes vivos não foram recomendadas para pacientes com LESJ, AIJ e DMJ em 44%, 64% e 48%, respectivamente. Os profissionais foram divididos em dois grupos: A ( 16 anos, n = 13. Nenhuma diferença estatística foi observada no uso de vacinas de agentes vivos e vacinas de agentes inativos ou componentes proteicos em relação ao tratamento nos dois grupos (P > 0,05. Além disso, os grupos foram similares em relação à opinião sobre a gravidade de imunossupressão em pacientes com LESJ, AIJ e DMJ com ou sem atividade e a terapêutica utilizada (P > 0,05. CONCLUSÕES: A frequência de vacinação por reumatologistas pediátricos de São Paulo é baixa, especialmente após a primeira consulta, e não é influenciada pelo tempo de prática profissional.INTRODUCTION/OBJECTIVES: Evaluate clinical practice through assessment of vaccination card and recommendation of specific vaccines in pediatric patients with rheumatic diseases in use of different drugs and reveal the possible association between vaccination frequency

  20. Doenças reumáticas auto-imunes em indivíduos infectados pelo HTLV-1 Autoimmune rheumatic diseases in HTLV-1 infected individuals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Martinelli Nunes de Carvalho

    2006-10-01

    Full Text Available O HTLV-1 foi o primeiro retrovírus humano a ser associado às doenças malignas leucemia e linfoma de células T do adulto (LLTA. Ele está relacionado também a uma doença inflamatória crônica do sistema nervoso central (SNC conhecida como paraparesia espástica tropical/mielopatia associada ao HTLV-1 (PET/MAH. O HTLV-1 tem sido implicado na patogênese de várias doenças auto-imunes, tais como: diabetes, esclerose múltipla, dermatite infectiva, uveíte e artropatia. Ao longo dos anos, a infecção retroviral tem assumido um importante papel na patogênese das doenças reumáticas auto-imunes. Partículas semelhantes aos retrovírus têm sido identificadas em tecidos de pacientes com artrite reumatóide (AR, síndrome de Sjögren, lúpus eritematoso sistêmico (LES e polimiosite. A síndrome de Sjögren e a AR têm sido as doenças reumáticas mais encontradas nos pacientes infectados pelo HTLV-1, sendo a freqüência mais elevada nos pacientes com mielopatia. A alta prevalência de síndrome de Sjögren e de AR entre os indivíduos com mielopatia sugere que a carga viral e a resposta inflamatória exacerbada, que concorrem para o desenvolvimento da mielopatia, devem também influenciar no desenvolvimento das doenças reumáticas auto-imunes.The HTLV-1 was the first human retrovirus associated with adult T-cell leukemia/lymphoma (LLTA. The virus also causes a chronic inflammatory disease of the central nervous system named HTLV-1-associated myelopathy or tropical spastic paraparesis (HAM/TSP. HTLV-1 has been implicated in the pathogenesis of many autoimmune diseases, such as diabetes, multiple sclerosis, infective dermatitis, uveitis and arthropathy. It has long been suggested that retroviral infection may play a role in the pathogenesis of autoimmune rheumatic diseases. Particles resembling retroviruses have been reported in tissue from patients with rheumatoid arthritis (RA, Sjögren’s syndrome, systemic lupus erythematosus (SLE and

  1. Colite ulcerativa inespecífica em crianças e adolescentes: análise de casuística Non-specific ulcerative colitis in children and adolescents: casuistic analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelma A. de Figueirêdo

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: descrever uma série de casos de colite ulcerativa inespecífica, com ênfase nas manifestações iniciais, propedêutica e intervalo entre os primeiros sintomas e o diagnóstico. MÉTODOS: análise retrospectiva de casos de colite ulcerativa inespecífica, cujos sintomas iniciaram antes de 20 anos de idade. Os pacientes foram selecionados nos Serviços de Gastroenterologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais e do Instituto Materno Infantil de Pernambuco. RESULTADOS: foram encontrados 29 pacientes com diagnóstico de colite ulcerativa inespecífica, sendo 15 (51,7% pacientes do sexo masculino. A idade ao início dos sintomas variou entre 0,3 a 15,8 anos. Os sintomas mais freqüentes ao diagnóstico foram diarréia (89,7% e dor abdominal (82,8%. A manifestação extra-intestinal mais comum foi artralgia/artrite (41,4%. A relação peso para a idade estava abaixo do percentil 3 em 13,8% dos pacientes. O intervalo de tempo entre o início dos sintomas e o diagnóstico variou entre 0,1 e 10,9 anos. CONCLUSÕES: o intervalo entre os sintomas iniciais e o diagnóstico ainda continua elevado na nossa Região devido ao somatório de vários fatores.OBJECTIVES: to describe a series of non-specific ulcerative colitis with focus on the initial manifestation of the disease, propedeutics and interval between the first symptoms and diagnosis. METHODS: retrospective analysis of non-specific ulcerative colitis with symptoms appearing before 20 years old. Patients were selected in the Pediatrics Gastroenterology Services of the Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais and of the Instituto Materno Infantil de Pernambuco. RESULTS: 29 patients with the diagnosis of non-specific ulcerative colitis were identified with fifteen patients (51.7% of the male sex. The age of the beginning of the symptoms varied between 0.3 to 15.8. The most frequent symptoms of the diagnosis were diarrhea (89

  2. Conservação in vitro de Cochlospermum regium (Schrank pilg.- cochlospermaceae sob regime de crescimento mínimo In vitro conservation of Cochlospermum regium (Schrank pilg.- cochlospermaceae under minimal growth storage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Camillo

    2009-01-01

    Full Text Available Cochlospermum regium é uma planta de áreas de cerrado, caatinga e pantanal. Na medicina popular é conhecida por "algodão-do-campo" e suas raízes são utilizadas para o tratamento de infecções uterinas, intestinais, gastrite, úlceras e artrite. Atualmente, o extrativismo e a destruição dos habitats naturais colocaram o algodão-do-campo na lista de espécies medicinais nativas prioritárias para conservação ex situ. O objetivo deste trabalho foi desenvolver uma metodologia para a conservação in vitro do algodão-do-campo e fornecer subsídios para estudos de micropropagação da espécie. Sementes de algodão-do-campo foram testadas quanto à germinação in vitro pela escarificação ou não das sementes em ácido sulfúrico e inoculação em meio de cultura MS. Para a conservação in vitro, segmentos nodais retirados das plântulas germinadas in vitro foram avaliados por 90 dias sob três regimes de temperatura (10, 20, e 25ºC e em três concentrações de meio WPM (½, ¾ e pleno. Verificou-se que sementes escarificadas apresentaram percentual de germinação in vitro de 93,3% aos 30 dias, valor significativamente superior aos 13,3% observados nas sementes não escarificadas. A conservação da espécie in vitro mostrou-se viável, desde que as culturas sejam mantidas em câmara de crescimento a 20ºC em meio de cultivo ½WPM. Sob estas condições os explantes mantiveram um crescimento mínimo e percentual de sobrevivência de 100%, após três meses de avaliação.Cochlospermum regium is a plant from cerrado, caatinga and pantanal areas. In popular medicine, it is known as "algodão-do-campo" and its roots are used to treat uterine and intestinal infections, gastritis, ulcers and arthritis. Nowadays, extraction activities and the destruction of natural habitats has made "algodão-do-campo" one of the major native medicinal species for ex situ conservation. The aim of this work was to develop a methodology for the in vitro

  3. Essential oil of Lithraea molleoides (Vell.: chemical composition and antimicrobial activity Óleo essencial de Lithraea molleoides (Vell.: composição química e atividade antimicrobiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mario Tsunezi Shimizu

    2006-12-01

    Full Text Available Lithraea molleoides (Vell. (Anacardiaceae is a tree found in Brazil, Paraguay, Bolivia, Uruguay, Argentina and Chile. It is popularly used in the form of alcoholic extracts, decoctions and infusions for the treatment of cough, bronchitis, arthritis, diseases of the digestive system and as diuretic, tranquilizer, haemostatic and tonic agent. The objectives of this study were the extraction of the essential oil of the mature fruit, leaves and aerial parts of the plant and quantification of the yield thereof; the identification and quantification of the principal components of the essential oil and the determination of its antimicrobial activity against bacteria and yeast. The essential oil yield of the mature fruits was 1.0% but essential oil was not detected in leaves and flowery branches. The gas chromatograph-mass spectrometer (GC-MS analysis of the essential oil of the mature fruits detected the presence of limonene (89.89%, alpha-pinene (3.48%, beta-pinene (2.63%, alpha-terpineol (1.27%, myrcene (0.64%, sabinene hydrate (0.54%, 4-terpineol (0.28%, camphene (0.22% and delta-3-carene (0.13%. The essential oil was active against just a few of the Gram-positive bacteria and yeast tested and did not present antimicrobial activity against Gram-negative bacteria.Lithraea molleoides(Vell. (Anacardiaceae é uma árvore encontrada no Brasil, Paraguai, Bolívia, Uruguai, Argentina e Chile. É popularmente usada na forma de extrato alcoólico, decocção e infusão para o tratamento de tosse, bronquite, artrite, doenças do sistema digestivo, como diurético, tranqüilizante, hemostático e tônico. O objetivo do presente estudo foi a extração do óleo essencial dos frutos maduros, folhas e outras partes aéreas da planta e o rendimento do mesmo; a identificação e quantificação dos principais componentes e a determinação da atividade antimicrobiana. O rendimento do óleo essencial dos frutos maduros foi de 1%, entretanto, não foi encontrado

  4. O papel do Fator de Necrose Tumoral Alfa (TNF-alfa no processo de erosão óssea presente no colesteatoma adquirido da orelha média The role of Tumor Necrosis Factor -Alpha (TNF- alpha in bone resorption present in middle ear cholesteatoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Faller Vitale

    2007-02-01

    Full Text Available O colesteatoma adquirido da orelha média causa erosão óssea, com altas taxas de morbidade e mortalidade. O TNF-alfa (TNF-alfa lambda uma das principais citocinas envolvidas neste processo. OBJETIVO: Avaliar o papel do TNF-alfa na reabsorsão óssea e a ação dele no colesteatoma. MATERIAL E MÉTODOS: Foi realizado um levantamento e uma revisão crítica da literatura. RESULTADOS: Todos os autores estudados concordam com a importância do TNF-alfa no processo de reabsorção óssea presente no colesteatoma e com o grau de destruição observado. Diferentes trabalhos demonstraram que o TNF-alfa é capaz de provocar erosão óssea, através de diferentes vias de ação. Ele pode estimular a diferenciação e a maturação dos osteoclastos ou, ainda, agir na matriz óssea expondo-a à ação dos osteoclastos. Existe a possibilidade de inibir a ação do TNF-alfa, diminuindo seus efeitos e prevenindo a perda óssea em doenças como a artrite reumatóide. Não existe, entretanto, trabalhos específicos em colesteatoma. Não existe consenso sobre a sua localização. Estas diferenças, provavelmente, ocorrem devido à distribuição dos receptores. CONCLUSÃO: O TNF-alfa, presente no colesteatoma promove a reabsorsão óssea, juntamente com outras citocinas (RANKL e IL-1, estando relacionado com a presença de complicações.Cholesteatoma may cause bone erosion, with high morbidity and mortality rates. Tumor Necrosis Factor -Alpha (TNF-a is one of the main cytokines involved in this process. Our goal was to evaluate the role of TNF-a in Bone Resorption and its effect on cholesteatoma. MATERIAL AND METHODS: analysis and critical literature review. RESULTS: Different studies have demonstrated that TNF-a is capable of causing bone erosion. It may stimulate the differentiation and maturation of osteoclasts or it may act on the bone matrix, exposing it to the action of the osteoclasts. It is possible to inhibit TNF-a, reducing its effects and prevent

  5. Henoch-Schönlein purpura in adults: a case series from a multidisciplinary study group Púrpura de Henoch-Schönlein em adultos: uma série de casos de um grupo de estudo multidisciplinar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boris A. Cruz

    2006-12-01

    é menos conhecida. OBJETIVOS: descrever uma série de pacientes adultos com PHS. PACIENTES E MÉTODOS: membros do Grupo Mineiro de Estudo das Vasculites foram convidados a reportar pacientes com PHS apresentando-se na idade adulta. Foi realizada revisão padronizada de prontuários. RESULTADOS: 11 pacientes, dois homens e nove mulheres, com idade + desvio padrão (DP de 39,4 +/- 20,1 anos foram estudados. Nove pacientes apresentaram púrpura; sete apresentaram artrite; quatro apresentaram envolvimento gastrintestinal e dez (91% pacientes apresentaram glomerulonefrite (GN. Oito pacientes foram submetidos à biópsia renal. Seis deles apresentaram GN endocapilar proliferativa e dois apresentaram apenas proeminência mesangial mínima. Em outros três pacientes, o diagnóstico de PHS foi confirmado através de biópsia de pele. Todos os pacientes receberam corticóide, em cinco associado a outros agentes imunossupressores. Após seguimento (média + DP 39,0 + 64,6 meses, quatro pacientes (36% apresentaram comprometimento da função renal, mas apenas um (9% desenvolveu insuficiência renal terminal e foi submetido a transplante renal com sucesso. Após o seguimento, sete (64% estão em remissão completa e quatro em remissão parcial. CONCLUSÃO: em adultos, PHS representa uma entidade clínica distinta, com maior freqüência de envolvimento renal e vasculite sistêmica mais grave. Entretanto, o prognóstico nesta série foi tão bom quanto em crianças, talvez pela terapia imunossupressiva mais vigorosa.

  6. Prevalência da dor orofacial e seu impacto no desempenho diário em trabalhadores das indústrias têxteis do município de Laguna, SC Prevalence of orofacial pain and its impact on the oral health-related quality of life of textile industries workers of Laguna, SC, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josimari Telino de Lacerda

    2011-10-01

    Full Text Available Foram examinadas as tendências em saúde da população idosa brasileira utilizando-se dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (1998-2008. O estudo incluiu uma amostra probabilística de 105.254 pessoas com > 60 anos de idade. A média da idade foi de 69 anos e 56% eram mulheres. Houve um aumento gradativo da boa autoavaliação da saúde (39,3%, 43,5% e 45,0% em 1998, 2003 e 2008, respectivamente e uma diminuição na prevalência de artrite, doença do coração e depressão autorreferidas. A prevalência da hipertensão (43.9%, 48.8% e 53.3%, respectivamente e do diabetes autorreferidos (10.3%, 13.0% e 16.1% respectivamente aumentou acentuadamente. A prevalência da incapacidade para realizar atividades da vida diária (alimentar-se, tomar banho ou ir ao banheiro permaneceu estável (6.5%, 6.4% e 6.9%, respectivamente. A realização de três ou mais consultas médicas nos 12 meses precedentes aumentou 21% entre 1998 e 2008. As hospitalizações diminuíram 10% no mesmo período. Essas tendências foram independentes do sexo e da idade. Os resultados mostram melhora em algumas dimensões da saúde dos idosos, mas não em todas. As mudanças no uso de serviços de saúde ocorreram como esperado em decorrência da expansão das atividades de atenção primária no Brasil.The aim of this study was to establish the prevalence of orofacial pain and its impact on the daily performance of workers in the textile industry in the municipality of Laguna, Brazil. A cross-sectional study involving all workers (n= 267 of the five textile industries of the municipality in 2004 was conducted. Data were obtained through the questionnaire proposed by Locker and Gruska to measure the Oral Impact on Daily Performance (OIDP indicator. Socio-demographic data such as gender, age, level of schooling, income, job function and absenteeism due to orofacial pain was collected. Data were descriptively analyzed and the prevalence ratios, confidence

  7. Indicadores de saúde para idosos: comparação entre o Brasil e os Estados Unidos Health indicators in the elderly: a comparison of Brazil and the United States

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Rebouças

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar no Brasil indicadores equivalentes aos utilizados nos Estados Unidos para avaliar a população com idade de 65 anos ou mais no ano de 2000 e comparar a situação nos dois países. MÉTODO: Este é um estudo descritivo e transversal, baseado em dados secundários. A partir de uma lista de indicadores de bem-estar empregada nos Estados Unidos, equivalentes brasileiros foram pesquisados nos sites de instituições públicas de saúde ou de planejamento. Também foram utilizados dados de pesquisas nacionais e, se necessário, foram feitas reanálises de bases de dados. RESULTADOS: Dos 31 indicadores que compõem a lista norte-americana, somente para três não foi encontrado um equivalente brasileiro: comprometimento de memória, atividade social e crimes violentos. Nos Estados Unidos, o número de idosos foi maior e a escolaridade desse grupo foi mais alta. Os dois países foram semelhantes em termos de condição de saúde e expectativa de vida aos 65 anos. Maiores taxas de óbito por doença cerebrovascular e diabetes foram registradas no Brasil e por neoplasias malignas nos Estados Unidos. A morbidade auto-referida por artrite e por depressão foi mais freqüente nos Estados Unidos, assim como as incapacidades. A autopercepção de bom estado de saúde foi superior no Brasil, ao passo que os indicadores de hábitos de vida e os fatores de risco revelaram uma melhor situação nos Estados Unidos. CONCLUSÕES: Se o poder discriminatório dos indicadores utilizados for de fato adequado, as condições de saúde dos idosos no ano de 2000 eram próximas nos dois países.OBJECTIVE: To identify indicators used in evaluating the population 65 years of age and older in Brazil that are comparable to those used in the United States, and to compare the situation of this age group in the two countries. METHOD:This was a descriptive, cross-sectional study, based on secondary data. Brazilian equivalents to the well-being indicators

  8. Prevalence of serological markers for celiac disease (IgA and IgG class antigliadin antibodies and IgA class antiendomysium antibodies in patients with autoimmune rheumatologic diseases in Belo Horizonte, MG, Brazil Pesquisa de anticorpos antigliadina (classes IgA e IgG e anticorpos antiendomísio classe IgA, em pacientes com doenças reumatológicas autoimunes em Belo Horizonte, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor de Barros Koehne

    2010-09-01

    to AGA IgA optical density readings or AGA IgG readings. These drugs were associated with fewer positive EmA tests. CONCLUSIONS: Positive AGAA, AGAG or EmA results are probably nonspecific for the presence of celiac disease among autoimmune rheumatologic disease patients. The intake of prednisone and immunosuprressant drugs seems to reduce the prevalence of IgA EmA, but it does not interfere with antigliadin antibodies tests.Further studies are required to estimate more accurately the prevalence of this disease in rheumatologic patients.CONTEXTO: Tanto os pacientes com doenças reumatológicas autoimunes quanto os com doença celíaca costumam apresentar vários tipos de autoanticorpos, muitos deles ainda sem papel definido na etiopatogênese dessas afecções. Apesar de tratar-se de assunto controverso, é bastante citada na literatura a maior prevalência da doença celíaca em diversos grupos de pacientes reumatológicos. OBJETIVO: Investigar a prevalência de marcadores sorológicos positivos para doença celíaca: anticorpos antigliadina (AGA classes IgA e IgG (AGAA e AGAG e anticorpos antiendomísio classe IgA (EmA, em pacientes com doenças reumatológicas autoimunes. Procurou-se também avaliar a correlação entre a positividade dos testes sorológicos com o uso de prednisona e de medicamentos imunossupressores. MÉTODOS: Foram avaliados 190 pacientes adultos e pediátricos com doenças reumatólogicas variadas (lúpus eritematoso sistêmico, artrite reumatóide, artrite reumatóide juvenil e espondiloartropatias. Em todos foram realizadas pesquisas de AGAA e AGAG e de EmA, encaminhando-se os casos positivos para biopsias endoscópica duodenal e estudos histológicos. RESULTADOS: Houve quatro soros positivos (2,1% para AGAA, todos com resultados negativos para AGAG e EmA. Três soros (1,6% tiveram resultados positivos para AGAG, todos com resultados negativos para AGAA e EmA. Na pesquisa de EmA, a diluição do soro em 1:2,5 mostrou resultados positivos em

  9. Judicialização do acesso a medicamentos no Estado de Minas Gerais, Brasil Judicialización del acceso a medicamentos en el Estado de Minas Gerais, Sureste de Brasil Judicialization of access to medicines in Minas Gerais state, Southeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Amaral de Ávila Machado

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o perfil dos requerentes e dos medicamentos pleiteados em ações judiciais. MÉTODOS: Estudo descritivo sobre 827 processos judiciais com 1.777 pedidos de medicamentos de 2005 a 2006 no Estado de Minas Gerais. Avaliaram-se os tipos de atendimento no sistema de saúde e a representação dos autores junto ao Poder Judiciário. Os medicamentos foram descritos segundo registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, essencialidade, inclusão programática no Sistema Único de Saúde e evidências de eficácia. RESULTADOS: Mais de 70% dos autores foram atendidos no sistema privado de saúde e 60,3% foram representados por advogados particulares. O diagnóstico mais freqüente foi o de artrite reumatóide (23,1% e os imunossupressores foram os medicamentos mais solicitados (principalmente adalimumabe e etanercepte. Aproximadamente 5% dos medicamentos pleiteados não eram registrados na Agência, 19,6% estavam presentes na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais, 24,3% compunham o Programa de Medicamentos de Alto Custo e 53,9% apresentavam evidência consistente de eficácia. Dentre os medicamentos não disponíveis no sistema público, 79,0% apresentavam alternativa terapêutica nos programas de assistência farmacêutica. CONCLUSÕES: O fenômeno da judicialização na saúde pode indicar falhas do sistema público de saúde, uma vez que há solicitações de medicamentos constantes de suas listas. Todavia, constitui um obstáculo para a prática do uso racional de medicamentos e para a consolidação das premissas da Política Nacional de Medicamentos, principalmente quando são solicitados medicamentos sem comprovação de eficácia e não padronizados pelo Sistema Único de Saúde.OBJETIVO: Analizar el perfil de los requirentes y de los medicamentos pleiteados en acciones judiciales. MÉTODOS: Estudio descriptivo sobre 827 procesos judiciales con 1.777 pedidos de medicamentos de 2005 a 2006 en el Estado de Minas

  10. Fatores associados à adesão ao tratamento de crianças e adolescentes com doenças reumáticas crônicas Factors associated with adherence to treatment in children and adolescents with chronic rheumatic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa M. Bugni

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: São vários os fatores que contribuem para a má adesão ao tratamento de crianças e adolescentes com doenças reumáticas crônicas, gerando piora da qualidade de vida e do prognóstico. Nosso objetivo foi avaliar as taxas de adesão ao tratamento e identificar os fatores socioeconômicos e clínicos associados. MÉTODOS: Foram incluídos 99 pacientes com artrite idiopática juvenil, lúpus eritematoso sistêmico, dermatomiosite ou esclerodermia juvenil. Todos os pacientes eram acompanhados no ambulatório de reumatologia pediátrica por um período mínimo de 6 meses. Para avaliação da adesão, foi aplicado aos cuidadores um questionário composto por três blocos: 1 dados demográficos, clínicos e laboratoriais; 2 adesão ao tratamento medicamentoso; e 3 comparecimento às consultas, realização de exames e utilização de órteses. Foi considerada má adesão, quando realizado valor menor ou igual a 80% do prescrito. RESULTADOS: Um total de 53% dos pacientes apresentou boa adesão ao tratamento global, observada quando o cuidador possuía união estável (p = 0,006; 20 pacientes (20,2% apresentaram má adesão ao tratamento medicamentoso, relacionada à utilização de mais que três medicamentos diários (p = 0,047. As causas de má adesão ao tratamento foram esquecimento, recusa, dose incorreta ou falta de medicamento, problemas pessoais e dificuldades financeiras. CONCLUSÕES: Observamos boa adesão ao tratamento global nos pacientes cujos cuidadores possuíam união estável e má adesão ao tratamento medicamentoso nos pacientes que utilizavam mais que três tipos de medicamentos diariamente. Não houve associação entre as taxas de adesão ao tratamento e sexo, idade, tempo de diagnóstico e atividade da doença.OBJECTIVE: There are several factors that contribute to poor adherence to treatment in children and adolescents with chronic rheumatic diseases, worsening their quality of life and prognosis. Our aim was to

  11. Manifestações destrutivas da córnea e esclera associadas a doenças do tecido conectivo: relato de 9 casos Corneal and scleral destructive involvement associated with connective tissue disease: report of 9 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Namir Clementino Santos

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar as características clínicas, tratamento e evolução de pacientes com acometimento da córnea e esclera associados a doenças do tecido conectivo. MÉTODO: Descrição das alterações de segmento anterior em nove pacientes com doenças do tecido conectivo, previamente diagnosticada (5 casos ou no qual o acometimento ocular foi sua primeira manifestação (4 casos. Todos os pacientes foram atendidos no setor de Doenças Externas Oculares e Córnea da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina (UNIFESP-EPM, acompanhados no ambulatório no período de julho/1999-dezembro/2000 e submetidos a exame oftalmológico completo, avaliação sistêmica e investigação laboratorial. Tratamento clínico e/ou cirúrgico foi proposto de acordo com a gravidade e evolução das manifestações oculares. RESULTADOS: Os diagnósticos sistêmicos observados nos portadores de doença inflamatória do segmento anterior foram de artrite reumatóide em sete pacientes (77,8%, esclerose sistêmica e granulomatose de Wegener em um paciente cada (22,2%. As manifestações oculares mais freqüentes foram esclerite (66,6%, ceratite ulcerativa periférica (55,5% e ceratoconjuntivite seca (44,4%. Oitenta e nove por cento dos pacientes necessitaram de terapia imunossupressora sistêmica para o controle da inflamação ocular. A remissão da inflamação observou-se no período de três meses após o início do imunos-supressor (metotrexato, ciclofosfamida e/ou ciclosporina A. Em 55,5% dos pacientes uma abordagem cirúrgica (ressecção da conjuntiva do limbo, adesivo tecidual com lente de contato terapêutica, enxerto de esclera, transplante de córnea se fez necessária. CONCLUSÃO: O envolvimento da córnea e da esclera associado à doença do tecido conectivo é sinal de atividade da doença e geralmente necessita de terapia imunossupressora para o seu controle. O oftalmologista deve estar alerta para detecção precoce e tratamento

  12. Factor associated with self-reported work-related musculoskeletal disorders in Brazilian adults.

    Science.gov (United States)

    Assunção, Ada Ávila; Abreu, Mery Natali Silva

    2017-06-01

    ção brasileira. Neste estudo transversal, de base populacional, utilizamos dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2013. A amostra foi composta por 60.202 brasileiros com 18 anos ou mais de idade. A variável desfecho foi a ocorrência de Dort autorreferida. Como variáveis explicativas, foram investigadas características sociodemográficas, ocupacionais, recursos pessoais e condições de saúde. As análises foram realizadas com o software Stata 12.0 e levaram em consideração as ponderações impostas pelo delineamento amostral do estudo. Foi realizado, então, um modelo logístico binário uni e multivariado, considerando o nível de significância de 5%. Os resultados obtidos indicaram que a prevalência de Dort na população brasileira foi de 2,5%, variando de 0,2% (Acre) a 4,2% (Santa Catarina). Os fatores associados à maior chance de ocorrência de Dort foram: sexo feminino (OR = 2,33; IC95% 1,72-3,15); estar afastado temporariamente do trabalho (OR = 2,44; IC95% 1,41-4,23); estar exposto a ruído no local de trabalho (OR = 2,16; IC95% 1,68-2,77); antiguidade igual ou superior a 4,5 anos no trabalho atual (OR = 1,37; IC95% 1,09-1,72); participar de trabalho voluntário (OR = 1,65; IC95% 1,25-2,17); relatar diagnóstico médico de artrite ou reumatismo (OR = 2,40; IC95% 1,68-3,44) e de depressão (OR = 2,48; IC95% 1,86-3,31). Por outro lado, foram associados à menor chance de diagnóstico de Dort: não ter parceiro (OR = 0,73; IC95% 0,37-0,71) e trabalhar em ambiente aberto (OR = 0,51; IC95% 0,37-0,71). Os fatores associados e a prevalência encontrada indicam diferenças regionais e de gênero. Especial atenção às comorbidades e monitoramento do ruído ambiental beneficiariam a saúde dos trabalhadores no país.

  13. Avaliação dos óbitos e necropsias em pacientes internados em um serviço de reumatologia pediátrica por um período de dez anos Deaths and necropsies evaluation in hospitalized patients of a pediatric rheumatology unit for a period of ten years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mércia Moreira Facó

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: correlacionar os dados clínicos do óbito com achados de necropsia em pacientes internados em uma unidade de reumatologia pediátrica. MÉTODOS: o estudo é uma coorte histórica. Em dez anos, no período compreendido entre janeiro de 1994 e dezembro de 2003, ocorreram 57.159 internações com 1.907 (3% óbitos no Instituto da Criança. Destas internações, 548 (1% apresentaram doenças reumáticas ou pediátricas e foram acompanhadas pela Unidade de Reumatologia Pediátrica, incluindo 348 pacientes. Os óbitos e as necropsias foram analisados e a classificação de Goldman foi utilizada para detectar discordância entre o diagnóstico clínico do óbito e a necropsia. RESULTADOS: no período do estudo, 34 (10% pacientes evoluíram para óbito. As principais doenças associadas ao óbito foram: lúpus eritematoso sistêmico juvenil (LESJ em 18 pacientes (53% e artrite idiopática juvenil (AIJ em sete casos (21%. Necropsias foram realizadas em 21 pacientes (64% dos óbitos. Nos 18 casos de LESJ, a atividade da doença esteve presente em 16 casos, sendo associada à septicemia em 15 deles. Discordância entre o diagnóstico clínico e necropsia foi evidenciada em seis casos com LESJ: três com infecções fúngicas, um com tuberculose, um com nefrite proliferativa difusa e outro com aterosclerose. Sete pacientes com AIJ evoluíram para óbito: septicemia em quatro e síndrome de ativação macrofágica em três. Em um caso de AIJ foi diagnosticado, exclusivamente na necropsia: linfoma de Hodgkin, aterosclerose e infarto anterior do miocárdio. CONCLUSÕES: a freqüência de óbitos foi 10% e necropsia evidenciou doença infecciosa, aterosclerose ou neoplasia não diagnosticadas previamente. A necropsia é importante para determinar eventos não esclarecidos ou duvidosos no óbito e deve ser sempre solicitada.OBJECTIVE: to correlate the clinical data of necropsies in hospitalized patients of a Pediatric Rheumatology Unit. METHODS: this

  14. Morbidade e sua interferência na capacidade funcional de idosos Morbilidad y su interferencia en la capacidad funcional de personas de la tercera edad Morbidity and interference in seniors' functional ability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalina Aparecida Partezani Rodrigues

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a interferência de morbidades na capacidade funcional de idosos atendidos em serviço ambulatorial de um hospital escola, em Ribeirão Preto-SP, no período de 02/01/2001 a 30/12/2002. MÉTODOS: Utilizou-se como instrumento de avaliação, o "Older Americans Resources and Services" e um questionário elaborado pelos autores deste estudo. RESULTADOS: Os dados dos 195 idosos avaliados foram analisados de forma descritiva, sendo a maioria mulheres (70,3%. A idade variou de 61 a 97 anos, com média de 76 anos. As doenças mais freqüentes foram hipertensão arterial (HAS (72,3%, dislipidemia e artrose (24,1% cada, artrite (23%, diabetes (21,5%. As que interferiram em sete ou mais atividades da vida diária (AVDs foram: AVC (82,6%, catarata (45,4%, osteoporose (35,0% e HAS (31,8%; as que interferiram em três ou mais atividades instrumentais da vida diária (AIVDs, foram: Acidente Vascular Cerebral (AVC(83,4%, catarata (61,9%; cardiopatias (55,0% e doença de Chagas (47,4%. CONCLUSÃO: As morbidades interferem na capacidade funcional dos idosos para as AVDs e AIVDs.OBJETIVO: Identificar la interferencia de morbilidades en la capacidad funcional de personas de la tercera edad atendidos en consultorios externos de un hospital docente, en Ribeirão Preto-SP, en el período comprendido entre el 02/01/2001 al 30/12/2002. MÉTODOS: Se utilizó como instrumento de evaluación el "Older Americans Resources and Services" y un cuestionario elaborado por los autores de este estudio. RESULTADOS: Los datos de las 195 personas de la tercera edad evaluados fueron analizados de forma descriptiva, siendo la mayoría mujeres (70,3%. La edad varió de 61 a 97 años, con un promedio de 76 años. Las enfermedades más frecuentes fueron hipertensión arterial (HA (72,3%, dislipidemia y artrosis (24,1% cada, artritis (23%, diabetes (21,5%. Las que interfirieron en siete o más actividades de la vida diaria (AVDs fueron: ACV (82,6%, catarata (45

  15. Scintigraphic imaging of focal hypoxic tissue: development and clinical applications of 123I-IAZA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonard I. Wiebe

    2002-09-01

    afetados em inúmeras doenças, incluíndo câncer, acidentes vasculares cerebrais, infarto agudo do miocárdio e diabetes, desenvolvem hipoxia focal tecidual durante a evolução da doença. A presença de tecido hipóxico pode tornar a doença refratária à terapia., como no caso do tratamento de tumores sólidos usando baixa radiação ionizante (LET. Em outras doenças, a detecção de tecidos viáveis mais hipóxicos pode servir como indicador prodômico do desenvolvimento da doença (como por exemplo, diabetes, ou um indicador prognóstico do controle da doença (como no acidente vascular cerebral. Nas últimas duas décadas, vários substâncias utilizadas em radioimagem para avaliar a hipóxia foram desenvolvidas e testadas clinicamente. Destas, 18F-Fmiso e 123I-IAZA são os radiotraçadores mais usualmente utilizados para imagens planares de PET e SPECT, respectivamente. IAZA e Fmiso são 2-nitroimidazóis que quimicamente se ligam a componentes subcelulares de tecidos hipóxicos viáveis. Eles sensibilizam tumores hipóxicos aos efeitos letais da radia��ão ionizante via mecanismos que mimetizam os efeitos radiosensíveis do oxigênio, e são consequentemente denominados de oxigênio-miméticos. O efeito oxigênio-mimético é atribuído em grande parte à ligação covalente dos intermediários nitroimidazóis redutivamente ativados paara macromoléculas celulares críticas. Nitroimidazóis marcados com radionuclídeos emissores de radiação gama (por exemplo, 18 F-Fmiso e 123I-IAZA tem sido usado como marcadores cintigráficos da hipóxia tumoral, baseado na necessidade de identificar células tumorais hipóxicas radioresistentes como parte do processo de planejamento da radioterapia. Um interesse mais amplo em identificação não-invasiva baseada em imagem de hipóxia focal de várias doenças tem estendido os estudos de hipóxia para incluir doenças vasculares periféricas associadas com diabetes, artrite reumatóide, acidentes vasculares cerebrais

  16. Saúde, bem-estar e envelhecimento: o estudo SABE no Município de São Paulo Health, well-being and aging: the SABE study in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Lebrão

    2005-06-01

    Full Text Available O projeto SABE (Saúde, bem-estar e envelhecimento foi coordenado pela Organização Pan-Americana de Saúde com o objetivo de coletar informações sobre as condições de vida dos idosos (60 anos e mais residentes em áreas urbanas de metrópoles de sete países da América Latina e Caribe - entre elas, o Município de São Paulo - e avaliar diferenciais de coorte, gênero e socioeconômicos com relação ao estado de saúde, acesso e utilização de cuidados de saúde. Por meio de questionário e processo amostral padronizados foram entrevistadas 2.143 pessoas. Encontrou-se que as mulheres são maioria, os imigrantes eram 8,7%, 62,6% viveram por cinco anos ou mais na área rural até os quinze anos de vida. Dos idosos, 13,2% viviam sós, sendo que esse valor aumentou com a idade e no sexo feminino. Em relação ao estado mental, encontrou-se, pelo Mini Exame do Estado Mental (MEEM, 6,9% de deterioração cognitiva e 18,1% de depressão, segundo a Escala de Depressão Geriátrica. As auto-avaliações de saúde mostram que 53,8% dos entrevistados consideraram a sua saúde regular ou má. Dentre as doenças mais freqüentes estavam a hipertensão (53,3%; artrite/artrose/reumatismo, 31,7%; e diabetes, 17,9%. A grande maioria dos idosos não apresentou dificuldades nas atividades básicas de vida diária (80,7%, e entre aqueles que apresentaram, a maioria tinha dificuldades em uma ou duas atividades. Foram apresentados dados dos arranjos domiciliares encontrados, do acesso e utilização de serviços de saúde, e relativos à renda e condição de trabalho. Conclui-se que as condições de saúde são preocupantes, assim como a insuficiência do sistema de seguridade social.The SABE project (health, well-being and aging was coordinated by the Pan American Health Organization and aimed to collect information about the living conditions of the elderly population (aged 60 and older in urban metropolitan areas in seven Latin American countries

  17. Dergilerden Özetler

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Şebnem Korur Fincancı

    1999-08-01

    Full Text Available VÜCUTTA KALAN BİR MERMİ ÇEKİRDEĞİNE BAĞLI KURŞUN ZEHİRLENMESİ: BİR OLGU SUNUMU Lead poisoning from a retained bullet: a case report and review. Khurana V, Bradley TP. J Assoc Acad Minor Phys 1999;10(2:48-9 Daha önce ateşli silah yaralanmasına maruz kalmış 47 yaşında erkek artrit, konstipasyon, karın ağrısı ve kilo kaybı ile başvurdu. Artrosentez artrit yakınmasının nedenini açıklamadı, ancak kurşun zehirlenmesinden kuşkulanıldı ve bu doğrulandı. Sıklıkla atlanan ve geri dönüşlü kurşun zehirlenmesine yol açan bu durum ile ilgili kaynaklar da gözden geçirilerek olgu sunulmuştur. NİJERYALI SİVİLLERDE ATEŞLİ SİLAH İLE OROFASİYAL BÖLGE YARALANMALARI Gunshot injuries of the orofacial region in Nigerian civilians. Ugboko VI, Owotade FJ, Oginni FO, Odusanya SA. SADJ 1999 Sep;54(9:4l8-22. Bu retrospektif çalışmayı Afrika’daki sivil populas- yonda orofasiyal bölge ateşli silah yaralanmaları ile ilgili bilginin mevcut olmaması başlattı. Sosyodemografik veriler, getirildiğinde saptanan belirtiler, yarayı meydana getiren silahın cinsi, yaralanma mekanizması, radyografiler, tedavi ve komplikasyonlar incelendi. Tüm yaralanmalar sivil populasyondaydi. Hastaların çoğunluğu erkek (95.5% ve avlanma ile ilişkiliydi. En çok Dane tüfeği kullanılmıştı (86.4% ve olguların % 59.1’inde tüfeğin kaza ile patladığı, bunların da % 40.9’unda kaza ile kendileri tarafından meydana getirildiği kaydedilmişti. Tüm olgularda kurşunlar daha çok yüzün soluna isabet etmişti. Hastaların % 63.6’sın- da komplikasyon görülmüştü ve en sık görülen komplikasyon görme kaybıydı. Ölüm oranı %22.7 idi. Geç başvuru sık görülen bir durumdu. Nijerya güvenlik güçlerinin silah satış, bulundurma ve kullanımı izleme stratejileri geliştirmesi önerildi. BATI UTTAR PRADESH’İN KIRSAL BÖLGELERİNDE ATEŞLİ SİLAHLA GÖZ YARALANMALARINA BAĞLI KÖRLÜK Blindness due

  18. Condutas usuais entre os reumatologistas brasileiros: levantamento nacional Routine clinical practices of Brazilian rheumatologists: national overview

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta M. C. Medeiros

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar condutas tomadas pelos reumatologistas de todo Brasil frente a situações clínicas comuns na prática do dia-a-dia. MÉTODO: cenários clínicos fictícios sobre várias doenças reumáticas foram montados, com perguntas objetivas acerca do tratamento. Os questionários foram enviados aos 831 sócios com títulos de especialistas pela Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR, com envelope selado para envio das respostas. RESULTADOS: a taxa média de devolução dos questionários foi de apenas 21,4%. A média de idade (DP dos reumatologistas respondedores foi de 42,7 anos (DP=11,7, com tempo médio de formados de 19,8 anos (DP=10,1. No cenário clínico sobre artrite reumatóide (AR de início recente em atividade, a maioria dos colegas (84,7% tratava inicialmente o paciente com prednisona ou prednisolona. As drogas modificadoras da doença mais escolhidas foram metotrexato (84,2% e cloroquina (63,8%. Quatro médicos (2,8% escolheram os agentes biológicos (infliximabe e etanercepte como droga de primeira escolha no tratamento inicial da doença. A profilaxia para osteoporose induzida pelo corticóide com suplementação de cálcio e vitamina D só foi orientada por 61,2% e 46,5% dos reumatologistas, respectivamente. No cenário clínico de um paciente com lúpus eritematoso sistêmico (LES, a grande maioria dos colegas optou pelo tratamento com corticóide oral (93,7%, cloroquina (92,5% e fotoproteção (93,7%. Na presença de nefrite lúpica caracterizada com preservação da função renal e níveis pressóricos normais, a conduta mais escolhida foi pulsoterapia de corticóide (47,7% ou prednisona oral em altas doses. Pulsoterapia de ciclofosfamida foi escolhida por 34,6% dos reumatologistas. No cenário sobre lombalgia aguda mecânico-postural, sem sinais de alarme, 55,4% dos colegas não solicitavam nenhum exame na abordagem inicial e as drogas mais escolhidas para o tratamento foram: antiinflamatórios n

  19. Hipersonolência diurna e variáveis polissonográficas em doentes com síndroma de apneia do sono Daytime sleepiness and polysomnographic variables in sleep apnoea patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O Mediano

    2007-12-01

    indivíduos sofria de doença crónica, nomeadamente DPOC, cirrose hepática, disfunção tiroideia, artrite reumatóide, insuficiência renal crónica ou fazia qualquer tipo de medicação. O diagnóstico de SAOS foi estabelecido por polissonografia nocturna com registo de múltiplas variáveis, como sejam electroencefalograma (EEG, electromiograma (EMG mentoniano, electrooculograma, fluxo oronasal, movimentos toracoabdominais e oximetria de fluxo. Apneia foi definida como a interrupção de fluxo oronasal >10s e hipopneia como uma redução >50% do fluxo por um período >10s associado a uma descida >4% da SaO2 ou despertar. O índice de apneia/hipopneia (IAH consiste no somatório do número de apneias e hipopneias por hora de sono. Os estádios do sono foram classificados de acordo com os critérios de Rechtschoffen e Kales. A latência do sono foi definida como o período compreendido entre o acto de deitar e os primeiros 30s do estádio I e a eficiência do sono como a duração do sono nocturno expressa como percentagem do tempo total de permanência no leito. De acordo com os critérios da American Sleep Disorders Association Task Force, os despertares foram definidos como despertares de origem respiratória quando ocorriam 3s após uma apneia, hipopneia ou ressonar, sabendo que existem outros tipos de despertares (espontâneos, relacionados com os movimentos periódicos dos membros e técnicos. O total de despertares foi determinado pela soma de cada tipo dos mesmos. A hipersonolência subjectiva foi avaliada utilizando a ESE constituída por 8 itens a que são atribuídos um score de 0 a 3. A avaliação objectiva é obtida através do teste de latência múltipla de acordo com as guidelines internacionais. Um score 10 min a sua ausência. Foram estudados, no total, 23 indivíduos do sexo masculino com hipersonolência diurna (ESE: 17±3; teste latência múltipla: 4±1 min e 17 sem sonolência excessiva (ESE: 5±2 e teste latência: 16±3 min. Ambos os grupos

  20. Hipersonolência diurna e variáveis polissonográficas em doentes com síndroma de apneia do sono

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Mediano

    2007-11-01

    ão. Nenhum dos indivíduos sofria de doença crónica, nomeadamente DPOC, cirrose hepática, disfunção tiroideia, artrite reumatóide, insuficiência renal crónica ou fazia qualquer tipo de medicação.O diagnóstico de SAOS foi estabelecido por polissonografia nocturna com registo de múltiplas variáveis, como sejam electroencefalograma (EEG, electromiograma (EMG mentoniano, electrooculograma, fluxo oronasal, movimentos toracoabdominais e oximetria de fluxo. Apneia foi definida como a interrupção de fluxo oronasal >10s e hipopneia como uma redução >50% do fluxo por um período >10s associado a uma descida >4% da SaO2 ou despertar. O índice de apneia/hipopneia (IAH consiste no somatório do número de apneias e hipopneias por hora de sono. Os estádios do sono foram classificados de acordo com os critérios de Rechtschoffen e Kales. A latência do sono foi definida como o período compreendido entre o acto de deitar e os primeiros 30s do estádio I e a eficiência do sono como a duração do sono nocturno expressa como percentagem do tempo total de permanência no leito. De acordo com os critérios da American Sleep Disorders Association Task Force, os despertares foram definidos como despertares de origem respiratória quando ocorriam 3s após uma apneia, hipopneia ou ressonar, sabendo que existem outros tipos de despertares (espontâneos, relacionados com os movimentos periódicos dos membros e técnicos. O total de despertares foi determinado pela soma de cada tipo dos mesmos.A hipersonolência subjectiva foi avaliada utilizando a ESE constituída por 8 itens a que são atribuídos um score de 0 a 3. A avaliação objectiva é obtida através do teste de latência múltipla de acordo com as guidelines internacionais. Um score 10 min a sua ausência.Foram estudados, no total, 23 indivíduos do sexo masculino com hipersonolência diurna (ESE: 17 ± 3; teste latência múltipla: 4 ± 1 min e 17 sem sonolência excessiva (ESE: 5 ± 2 e teste latência: 16

  1. Hipersonolência diurna e variáveis polissonográficas em doentes com síndroma de apneia do sono

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Mediano

    2007-11-01

    ão. Nenhum dos indivíduos sofria de doença crónica, nomeadamente DPOC, cirrose hepática, disfunção tiroideia, artrite reumatóide, insuficiência renal crónica ou fazia qualquer tipo de medicação.O diagnóstico de SAOS foi estabelecido por polissonografia nocturna com registo de múltiplas variáveis, como sejam electroencefalograma (EEG, electromiograma (EMG mentoniano, electrooculograma, fluxo oronasal, movimentos toracoabdominais e oximetria de fluxo. Apneia foi definida como a interrupção de fluxo oronasal >10s e hipopneia como uma redução >50% do fluxo por um período >10s associado a uma descida >4% da SaO2 ou despertar. O índice de apneia/hipopneia (IAH consiste no somatório do número de apneias e hipopneias por hora de sono. Os estádios do sono foram classificados de acordo com os critérios de Rechtschoffen e Kales. A latência do sono foi definida como o período compreendido entre o acto de deitar e os primeiros 30s do estádio I e a eficiência do sono como a duração do sono nocturno expressa como percentagem do tempo total de permanência no leito. De acordo com os critérios da American Sleep Disorders Association Task Force, os despertares foram definidos como despertares de origem respiratória quando ocorriam 3 s após uma apneia, hipopneia ou ressonar, sabendo que existem outros tipos de despertares (espontâneos, relacionados com os movimentos periódicos dos membros e técnicos. O total de despertares foi determinado pela soma de cada tipo dos mesmos.A hipersonolência subjectiva foi avaliada utilizando a ESE constituída por 8 itens a que são atribuídos um score de 0 a 3. A avaliação objectiva é obtida através do teste de latência múltipla de acordo com as guidelines internacionais. Um score 10 min a sua ausência.Foram estudados, no total, 23 indivíduos do sexo masculino com hipersonolência diurna (ESE: 17±3; teste latência múltipla: 4±1 min e 17 sem sonolência excessiva (ESE: 5±2 e teste latência: 16±3

  2. Estudo longitudinal do anticorpo antilipoproteína lipase e sua relação com atividade de doença nos indivíduos com lúpus eritematoso sistêmico sem anticorpos anti-dsDNA Longitudinal fluctuation of anti-lipoprotein lipase antibody is related with disease activity in systemic lupus erythematosus patients without anti-dsDNA antibodies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jozélio Freire de Carvalho

    2009-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES se caracteriza por períodos de exacerbação e remissão clínica que frequentemente são acompanhados por alterações nos níveis séricos de anticorpos específicos, como o anti-dsDNA, que está presente em 40% dos casos, associado principalmente à atividade renal. Recentemente houve a descrição de duas subpopulações de anticorpos antilipoproteína lipase (anti-LPL no LES: uma com e a outra sem atividade anti-dsDNA. A possível relação desse último grupo de anticorpos com a atividade inflamatória de doença ainda não foi analisada no LES. OBJETIVOS: Avaliar longitudinalmente a associação dos níveis séricos dos anticorpos anti-LPL com atividade do LES em pacientes com anti-dsDNA persistentemente negativo. PACIENTES E MÉTODOS: Cinco pacientes com LES com anti-dsDNA persistentemente negativo mensurado por ELISA e por imunofluorescência indireta em crithidia luciliae e altos títulos de anti-LPL por ELISA (> 5 desvios-padrão (DP da média de 20 controles normais foram selecionados e acompanhados longitudinalmente durante um período mínimo de dois anos. RESULTADOS: Caso 1: Homem, 24 anos com LES desde 2001 apresentou hemorragia alveolar, proteinúria, hipertensão arterial sistêmica, eritema malar, aftas, artrite, FAN+, com SLEDAI (systemic lupus erythematosus disease activity index = 16 e anti-LPL = 144UA. Tratado com pulso de metilprednisolona e prednisona com melhora clínica e SLEDAI = 0 e redução do anti-LPL (109UA. Nova atividade com acometimento renal em abril de 2002, SLEDAI = 10 e aumento de anti-LPL (150UA. Iniciada pulsoterapia de ciclofosfamida e metilprednisolona com boa resposta, SLEDAI = 0 e diminuição de anti-LPL (77UA até a sua total negativação acompanhando a remissão do quadro no ano de 2003. Caso 2: Mulher, 32 anos, com LES desde 1997. Em setembro de 2001 iniciou vasculite cutânea, febre e rash, SLEDAI = 10, anti-LPL = 80UA. Em janeiro de 2002