WorldWideScience

Sample records for renal em pacientes

  1. Doenca renal policistica autossomica dominante em pacientes em hemodialise no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Fernando Alves

    2014-03-01

    Full Text Available Introdução: A doença renal policística autossômica dominante é a enfermidade renal hereditária mais comum em seres humanos. Objetivo: Analisar a prevalência, características clínicas e laboratoriais de pacientes com rins policísticos e relacionar as manifestações da doença por gênero. Métodos: Trata-se de um estudo observacional e retrospectivo. Foram revisados todos os prontuários médicos de pacientes com rins policísticos admitidos para hemodiálise entre 1995 e 2012, em quatro centros que atendem a área de abrangência da 15ª regional de saúde do Paraná, Brasil. Resultados: Fizeram parte do estudo 48 pacientes com rins policísticos, causa primária da doença renal crônica (DRC estágio 5. A prevalência da doença foi de um em 10.912 habitantes. A média de idade de ingresso na hemodiálise (50,7 anos e o tempo de seguimento em hemodiálise até o transplante (36,5 meses foi menor nos homens. A hipertensão arterial foi o diagnóstico mais frequente em 73% dos pacientes, com predominância em mulheres (51,4%. O cisto hepático foi a manifestação extrarrenal mais frequente nos homens (60,0%. Foram a óbito 10,4% dos pacientes que faziam uso de hemodiálise, sendo 60% de homens. A classe de droga anti-hipertensiva mais utilizada foi a que atua no sistema renina-angiotensina, com maior frequência de uso nas mulheres (53,3%. A ureia pós-diálise foi significativamente maior em homens. Conclusão: A prevalência da doença é baixa entre pacientes em hemodiálise no sul do Brasil. As diferenças observadas entre os gêneros, com exceção da ureia pós, não foram significantes. Os dados encontrados são diferentes dos reportados na América do Norte e Europa.

  2. Marcadores práticos de função renal em pacientes com cistinose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Pache de Faria Guimaraes

    2012-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Cistinose é uma doença sistêmica, autossômica recessiva, que leva à insuficiência renal crônica na infância, a não ser que o tratamento com cisteamina seja iniciado precocemente. Mesmo nestas condições, os pacientes evoluem para doença renal crônica terminal por volta da segunda década da vida. Portanto, a avaliação da função renal é essencial neste grupo de pacientes. OBJETIVO: Avaliar e correlacionar a cistatina C, creatinina sérica e o clearance de creatinina pela Fórmula de Schwartz em pacientes com cistinose, com diferentes graus de função renal. MÉTODOS: Foram incluídos pacientes com menos de 18 anos de idade, com diferentes níveis de função renal, de acordo com o KDOQI em estágios 1 a 4. Nenhum dos pacientes estava em terapia de substituição renal. Foram medidos os seguintes parâmetros: cistatina C, creatinina sérica e o clearance de creatinina pela fórmula de Schwartz. RESULTADOS: Foram analisadas 103 amostras de sangue de 26 pacientes. Foi detectada correlação significativa entre creatinina sérica e cistatina C (r = 0,81, p < 0,0001, cistatina C e o clearance de creatinina pela fórmula de Schwartz (r = -0,84, p < 0,0001 e creatinina sérica e clearance de creatinina (r = -0,97, p < 0,0001. CONCLUSÕES: A medida da cistatina não mostrou nenhuma vantagem sobre a creatinina sérica e o clearance de creatinina pela fórmula de Schwartz em pacientes com cistinose para avaliar o ritmo de filtração glomerular. Este é o primeiro relato sobre o valor da creatinina sérica, do clearance de creatinina pela fórmula de Schwartz e da cistatina C em pacientes com cistinose.

  3. Sarcoma de Kaposi em paciente transplantada renal em uso de Fk-506 Kaposi's Sarcoma in a renal transplant patient receiving Fk-506

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge David Rocha Zanol

    2002-12-01

    Full Text Available O Sarcoma de Kaposi (SK é neoplasia maligna multicêntrica, cutânea e extracutânea, que tem sido descrita em pacientes transplantados renais que recebem terapia imunossupressora clássica. Este estudo descreve um caso de sarcoma de Kaposi em paciente transplantada renal recebendo FK-506, que surgiu 10 meses após o transplante.Kaposi's sarcoma is a cutaneous and extra cutaneous multicentric malignancy that has been widely described in renal-transplant patients under classic immunosuppressive therapy. This study describes a renal-transplant patient under immunosuppressive therapy with FK-506 who presented Kaposi's sarcoma 10 months after the transplantation.

  4. Interacoes medicamentosas potenciais em pacientes com doenca renal cronica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Batista Marquito

    2014-03-01

    Full Text Available Introdução: Interações medicamentosas (IMs são frequentes na prática clínica e estão diretamente relacionadas a fatores como polifarmácia, idade avançada e deficiência na metabolização e excreção de fármacos. Indivíduos com doença renal crônica (DRC comumente utilizam diversas classes de medicamentos, constituindo um importante grupo de risco para IMs. Objetivo: Identificar potenciais interações entre medicamentos prescritos a renais crônicos em tratamento conservador, e fatores associados a sua ocorrência. Métodos: Estudo observacional transversal, com análise de 558 prescrições. O potencial interativo dos medicamentos foi traçado tendo como suporte a base de dados MICROMEDEX®, software que disponibiliza farmacopeias conhecidas internacionalmente. Resultados: Houve predomínio de indivíduos do sexo masculino (54,7%, idosos (69,4%, no estágio 3 da DRC (47,5%, com sobrepeso e obesos (66,7%. As comorbidades mais prevalentes foram a hipertensão arterial sistêmica (68,5% e o diabetes mellitus (31,9%. IMs potenciais foram detectadas em 74,9% das prescrições. De um total de 1.364 IMs detectadas, 229 (16,8% foram de gravidade maior e 5 (0,4% contraindicadas, com necessidade de intervenção imediata. Interações de gravidade moderada ou menor foram identificadas respectivamente em 1.049 (76,9% e 81 (5,9% das prescrições. Observou-se que a probabilidade de ocorrência de uma IM aumentou em 2,5 vezes para cada medicamento adicional (IC = 2,18-3,03. Obesidade, diabetes, hipertensão e estágio avançado da DRC foram fatores de risco fortemente associados para ocorrência de IM. Conclusão: A associação de medicamentos em indivíduos com DRC relacionou-se com alta prevalência de IMs potencialmente graves, especialmente nos estágios mais avançados da doença.

  5. Insuficiência renal aguda em pacientes com sepse grave: fatores prognósticos = Acute renal injury in patients with severe sepsis: prognostic factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Okamoto, Thábata Yaedu

    2012-01-01

    Conclusões: A insuficiência renal aguda foi ocorrência comum nos pacientes com sepse, fazendo parte de um quadro de disfunção de múltiplos órgãos e sistemas, particularmente nos pacientes com diagnóstico de choque séptico, estando associada a aumento da probabilidade de morte nesses pacientes graves. O uso de drogas vasoativas foi o único fator de risco para mortalidade em pacientes com sepse e insuficiência renal aguda que se manteve na análise multivariada. Estes resultados apontam para a importância do tratamento precoce dos quadros de sepse grave a tempo de prevenir a evolução para choque séptico e para insuficiência renal

  6. NGAL urinária em pacientes sem e com lesão renal aguda em unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Watanabe

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a eficácia diagnóstica e prognóstica da lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária em pacientes de unidade de terapia intensiva. Métodos: Estudo do tipo coorte, prospectivo, longitudinal desenvolvido em uma unidade de terapia intensiva clínica especializada em cardiologia. Os pacientes foram estratificados segundo os grupos sem e com lesão renal aguda, acompanhados a partir das primeiras 24 horas de internação até a alta hospitalar ou óbito. A creatinina sérica, o fluxo urinário e a lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária foram coletadas em dois períodos: 24 horas e 48 horas de admissão. Resultados: Foram avaliados 83 pacientes clínicos da unidade de terapia intensiva, com predomínio do gênero masculino (57,8%. Os pacientes foram agrupados em sem lesão renal aguda (N=18, com lesão renal aguda (N=28 ou com lesão renal aguda grave (N=37. Entre os pacientes com lesão renal aguda e lesão renal aguda grave, foram prevalentes os portadores de doenças crônicas, em uso de ventilação mecânica e em terapia de substituição renal, além daqueles com maiores taxas de permanência na unidade de terapia intensiva e hospitalar, e maior mortalidade. O grupo com lesão renal aguda não apresentou alteração significativa da creatinina sérica nas primeiras 24 horas na unidade de terapia intensiva, apesar dos níveis elevados de lipocalina associada à gelatinase neutrofilica urinária demonstrados nos grupos com lesão renal aguda e lesão renal aguda grave (p<0,001. Níveis elevados de lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária na amostra foram associados ao óbito. Conclusão: A elevação nos níveis de lipocalina associada à gelatinase neutrofílica urinária antecede as variações da creatinina sérica em pacientes com lesão renal aguda e pode ser associada ao óbito.

  7. Avaliacao da espessura medio-intimal em pacientes com doenca renal cronica nao dialitica: estudo prospectivo de 24 meses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Gaspar Marcos

    2014-03-01

    Full Text Available Introdução: O aumento da espessura média-intimal (EMI avaliada por ultrassom é um preditor de risco cardiovascular na população geral. Porém, em pacientes com doença renal crônica nos estágios iniciais, essa associação ainda não está bem estabelecida. Objetivo: Avaliar a associação EMI com a ocorrência de eventos cardiovasculares e mortalidade em pacientes nos estágios iniciais da doença renal crônica. Métodos: A análise post hoc de uma coorte de pacientes nos estágios 2-4 da DRC. Foram avaliados dados laboratoriais, ultrassom da artéria carótida e tomografia coronariana no início do estudo e a ocorrência de óbito, em seguimento por 24 meses. Resultados: Um total de 117 pacientes (57 ± 11 anos, 61% sexo masculino foram avaliados. A taxa de filtração glomerular foi 36 ± 17 mL/min, 96% dos pacientes eram hipertensos, 23% diabéticos e 27% obesos. Calcificação arterial coronariana esteve presente em 48% dos pacientes, sendo mais prevalente em pacientes nos estágios mais avançados da DRC (p = 0,02. EMI foi 0,6 mm (0,4-0,7 mm. Comparado aos pacientes com EMI < 0,6mm, aqueles com EMI ≥ 0,6 mm eram mais velhos (p = 0,001, apresentavam maior prevalência do sexo masculino (p = 0,001, menor taxa de filtração glomerular (p = 0,01 e maior proporção de pacientes com calcificação (p = 0,001. Não foi observada relação entre a espessura média-intimal e a ocorrência de evento cardiovascular e óbito. Conclusão: A espessura médio-intimal em pacientes DRC se associou à calcificação coronariana, mas não à ocorrência de eventos cardiovasculares e óbito, em um seguimento de 24 meses.

  8. Insuficiência renal aguda em paciente tratada com ATRA e anfotericina B: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gelcimar Moresco

    2011-06-01

    Full Text Available O presente relato apresenta o caso clínico de uma paciente com leucemia promie-locítica aguda tratada com ácido todo-transretinoico (ATRA, que apresentou suspeita de síndrome do ácido transreti-noico (síndrome de ATRA. Com a ocor-rência de leucopenia febril inespecífica, foram associados ao tratamento antimi-crobianos e antifúngicos. A diminuição da função renal, observada inicialmente, contribuiu para a suspeita de síndrome de ATRA, que foi agravada pelos antifúngi-cos. Assim, o uso de ATRA foi suspenso, mas somente 8 dias depois foi caracteriza-da pneumonia e descartada a hipótese de síndrome de ATRA. Nesse contexto, foi discutida a nefrotoxicidade do ATRA e a potencialização desse efeito adverso pelo uso de antifúngicos nefrotóxicos, em par-ticular da anfotericina B, assim como a im-portância do diagnóstico diferencial entre síndrome de ATRA e doença infecciosa.

  9. Marcadores práticos de função renal em pacientes com cistinose

    OpenAIRE

    Guimaraes,Luciana Pache de Faria; Neri,Letícia Aparecida Lopes; Sumita,Nairo Massakasu; Vaisbich,Maria Helena

    2012-01-01

    INTRODUÇÃO: Cistinose é uma doença sistêmica, autossômica recessiva, que leva à insuficiência renal crônica na infância, a não ser que o tratamento com cisteamina seja iniciado precocemente. Mesmo nestas condições, os pacientes evoluem para doença renal crônica terminal por volta da segunda década da vida. Portanto, a avaliação da função renal é essencial neste grupo de pacientes. OBJETIVO: Avaliar e correlacionar a cistatina C, creatinina sérica e o clearance de creatinina pela Fórmula de Sc...

  10. Prevalência da fragilidade entre os pacientes com doença renal crônica em tratamento conservador e em diálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Novais Mansur

    2012-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Fragilidade é um estado de vulnerabilidade fisiológica do paciente que se associa ao maior número de hospitalização e óbito. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de fragilidade e os fatores a ela associados em pacientes com doença renal crônica (DRC em tratamento conservador (TC, hemodiálise (HD e diálise peritoneal (DP. MÉTODOS: A fragilidade foi avaliada em 146 pacientes (86 em TC, 37 em HD e 23 em DP e caracterizada como fraqueza muscular e exaustão - pelos domínios do aspecto físico e da vitalidade, respectivamente, avaliados pelo questionário SF-36 de qualidade de vida; como inatividade física caso a resposta fosse "nunca" ou "quase nunca" - quando questionado sobre a prática de atividade física; e como perda de peso não intencional (> 4,5 kg por ano. Os pacientes foram divididos em três grupos: não frágeis (NF, pré-frágeis (PF e frágeis (F. As variáveis demográficas, clínicas e laboratoriais foram extraídas dos prontuários dos pacientes. RESULTADOS: A fragilidade foi caracterizada em 36% dos pacientes em TC, 37,8% em HD e 47,8% em DP. Foi diagnosticada em 36,8% dos pacientes com idade entre 20 e 40 anos e 40,3% daqueles entre 41 e 60 anos. A fragilidade associou-se significativamente ao uso de vitamina D (r = 0.16; p = 0.03, hemoglobina (r = -0.14; p = - 0.02 e paratormônio intacto (r = 0.16; p = 0.03. CONCLUSÕES: A fragilidade é frequente entre os pacientes com DRC em tratamento conservador e dialítico, mesmo naqueles não idosos. Nos pacientes estudados, o fenótipo de fragilidade se associou com o não uso de vitamina D, menores níveis séricos de hemoglobina e níveis mais elevados de paratormônio.

  11. Função renal em pacientes com leishmaniose muco-cutânea tratados com antimoniais pentavalentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Paulo Russomano Veiga

    1985-12-01

    Full Text Available Avaliou-se a função renal em 10 pacientes com leishmaniose muco-cutânea tratados com glucantime (antimoniato de Meglumine, Rhodia ou Pentostam (estibogluconato de sólio, Wellcome. Durante o uso das drogas, verificou-se a existência de um defeito na capacidade concentrante do rim, obtendo-se menores valores da osmolaridade urinária máxima e de depuração negativa máxima de água livre, neste período, em relação aos testes efetuados antes do tratamento. A capacidade de concentração urinária normalizou-se em 5, de 8 pacientes estudados no período de 15 a 30 dias, após a suspensão dos medicamentos, embora com valores de osmolaridade urinária máxima inferiores aos obtidos antes do tratamento. Em dois pacientes surgiu proteínúria, acima de 150 mg/dia, com o uso dos antimoniais, normalizando-se posteriormente. A depuração de creatinina endógena não se alterou significativamente com o uso das drogas. Os resultados sugerem que os antimoniais pentavalentes podem levar a uma disfunção tubular renal, caracterizada por um defeito na capacidade de concentrar a urina, reversível após a retirada dos medicamentos.

  12. Estimativa das necessidades energéticas em pacientes com doença renal crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Cordeiro Dias Rodrigues

    2013-02-01

    Full Text Available Estabelecer as necessidades energéticas de pacientes com doença renal crônica é importante para que se possam tratar os distúrbios nutricionais encontrados nessa população. Segundo os guias de condutas voltados ao cuidado nutricional de pacientes com essa doença, a recomendação energética pode variar entre 30 e 40kcal/kg/dia. Contudo, trabalhos que avaliaram os componentes do gasto energético nos pacientes com doença renal crônica sugerem que as necessidades energéticas dessa população podem diferir do valor recomendado acima, a depender da condição clínica (presença de comorbidades, da modalidade de tratamento empregado e do nível de atividade física. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo fazer uma revisão dos estudos sobre o gasto energético de pacientes com doença renal crônica, com o intuito de abordar as seguintes questões: (1 as atuais recomendações de energia para pacientes com doença renal crônica estão adequadas? (2 qual equação de predição poderia ser empregada para estimar as necessidades energéticas desse grupo de pacientes? Assim, esta revisão busca auxiliar o nutricionista ao estimar as necessidades energéticas de pacientes com doença renal crônica.

  13. Níveis séricos de vitamina D e periodontite crônica em pacientes com doença renal crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessica do Amaral Bastos

    2013-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO A concomitância de periodontite crônica (PC em pacientes com doença renal crônica (DRC tem sido associada a desfechos adversos. A deficiência de vitamina D (25(OHD parece desempenhar papel importante na PC e níveis inadequados de vitamina D têm sido descritos em pacientes com DRC. OBJETIVO: Examinar a relação entre níveis séricos de vitamina D e PC em pacientes com DRC pré-dialítica. MÉTODO: Estudo de caso-controle, definidos, respectivamente, como pacientes com DRC e PC e DRC sem PC. Os dados demográficos, de exame físico e laboratoriais foram obtidos no dia da consulta. A DRC foi definida e estagiada segundo a NKF QDOKI TM. Os níveis séricos de 25(OH D foram dosados por quimioluminescência quando da avaliação da PC, a qual foi caracterizada segundo os critérios de Academia Americana de Periodontologia (1999. Os resultados de 25(OHD foram estratificados em deficiência ( 30 ηg/mL. RESULTADOS: Um total de 29 pacientes foram estudados, 15 no grupo caso e 14 no grupo controle. Os pacientes casos apresentaram mediana de 25(OH D inferior a dos pacientes controles (22,6 vs. 28,6 ηg/mL; p < 0,01. A frequência de pacientes casos com insuficiência/deficiência de vitamina D foi maior do que entre os pacientes controles (93,3% vs. 57,1%, p < 0,004. Por outro lado, o percentual de pacientes com suficiência de vitamina D foi maior entre os controles se comparados aos integrantes do grupo casos (42,9% vs. 6,7%, p < 0,004. CONCLUSÃO: Em pacientes com DRC, a deficiência de vitamina D se associa com PC.

  14. Achados eletrocardiográficos em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Henrique Bignotto

    2012-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A doença cardiovascular é a principal causa de mortalidade de pacientes em hemodiálise. Quando consideradas todas as causas de morte, aproximadamente 30% são classificadas como parada cardíaca, morte de causa desconhecida ou arritmia cardíaca. O prolongamento do tempo de despolarização e repolarização ventriculares, medido pela aferição do intervalo QT no eletrocardiograma de repouso, tem emergido como preditor de arritmias ventriculares complexas, uma importante causa de morte súbita cardíaca. OBJETIVOS: Determinar as alterações eletrocardiográficas presentes em pacientes sob hemodiálise (HD, aferir o intervalo QT e sua relação com variáveis clínicas e laboratoriais. MÉTODOS: Pacientes com idade acima de 18 anos em programa de hemodiálise foram abordados para participarem do estudo, e após anuência, foram submetidos ao exame de eletrocardiograma de 12 derivações. Dados clínicos foram revisados para avaliar a presença de comorbidades, além da aferição de medidas antropométricas e da pressão arterial. Amostras de sangue foram coletadas para determinação da hemoglobina e níveis séricos de cálcio, fósforo e de potássio. RESULTADOS: Cento e setenta e nove pacientes foram incluídos no estudo. A maioria era do sexo masculino (64,8% e da raça branca (54,7%; a idade média foi de 58,5 ± 14,7 anos. Aproximadamente 50% dos pacientes apresentaram ao menos um distúrbio de condução elétrica. Cerca de 50% apresentaram prolongamento do intervalo QTc e experimentaram aumento significativo na frequência de hipertrofia ventricular esquerda (HVE, alterações do ritmo cardíaco, bloqueios de ramo e mais baixos índices de massa corporal (IMC, quando comparados aos pacientes com intervalo QTc normal. CONCLUSÕES: Pacientes com doença renal crônica (DRC em hemodiálise apresentam elevada frequência de achados eletrocardiográficos anormais, incluindo alta prevalência de pacientes com intervalo QTc

  15. Permanent vascular access in patients with end-stage renal disease, Brazil Acceso vascular permanente en pacientes renales crónicos terminales en Brasil Acesso vascular permanente em pacientes renais crônicos terminais no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Macedo da Silva

    2011-04-01

    renal crónica anterior a la entrada en hemodiálisis OBJETIVO: Analisar fatores associados à provisão de acesso vascular arteriovenoso no Brasil. MÉTODOS: Estudo transversal, nacionalmente representativo, com pacientes com doença renal crônica terminal acompanhados em serviços de diálise ou em centros transplantadores no ano de 2007. A amostra incluiu apenas pacientes que tiveram a hemodiálise como primeira modalidade de tratamento e que sabiam com que tipo de acesso vascular haviam iniciado o tratamento (N = 2.276. Os dados são oriundos do Projeto TRS - "Avaliação econômico-epidemiológica das modalidades de Terapia Renal Substitutiva no Brasil". Regressão logística múltipla foi utilizada. RESULTADOS: Aproximadamente 30% dos pacientes tinham acesso vascular arteriovenoso. Os fatores associados à baixa probabilidade de ter acesso vascular arteriovenoso como primeiro tipo de acesso foram: tempo de diagnóstico de doença renal crônica anterior à entrada em hemodiálise < 1 ano, menor tempo de tratamento dialítico, não possuir cobertura de plano de saúde, residir na região Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste, e residir na região Norte e ao mesmo tempo não possuir cobertura de plano de saúde. No modelo final não foi observada associação do desfecho com variáveis socioeconômicas e comorbidades, mas sim com cuidados pré-diálise. CONCLUSÕES: Os resultados mostram que, para aumentar a provisão de acesso vascular arteriovenoso antes do início da hemodiálise no Brasil, os esforços devem ser focados no cuidado pré-diálise.

  16. Microrganismos cariogênicos em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise Cariogenic microorganisms in patients with chronic renal failure undergoing hemodialysis therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mitsue FUJIMAKI

    1998-04-01

    Full Text Available Neste estudo comparativo, avaliaram-se a prevalência de cárie, o índice de cálculo, o fluxo salivar e as quantificações de microrganismos cariogênicos na saliva, em pacientes com insuficiência renal crônica submetidos à hemodiálise e em indivíduos normais, pareados quanto a idade e sexo. Não houve diferença significante entre os grupos em relação aos índices CPOD e CPOS, ao fluxo de saliva total estimulada ou às contagens de estreptococos mutans e lactobacilos em meios seletivos. Notável foi a verificação da grande necessidade de tratamento odontológico e de instruções para o controle de placa pelos pacientes. Estes apresentaram índices de superfícies e dentes cariados e perdidos significantemente maiores, índices de superfícies e dentes restaurados significantemente menores e índice de cálculo significantemente maior do que os indivíduos normais, demonstrando a necessidade da realização de um programa preventivo e curativo para esse grupo de pacientes especiais.Prevalence of dental caries, calculus index, stimulated salivary flow rate and levels of cariogenic microorganisms in saliva of patients with chronic renal failure undergoing hemodialysis were compared to those of normal subjects matched as to age and sex. No significant difference was detected regarding to DMF indexes, whole saliva flow or mutans streptococci and lactobacilli levels. However, when compared to the controls, patients showed a great need for dental treatment and dental plaque control instruction. They had higher indexes of decayed and missing surfaces and teeth; their filled surfaces and teeth indexes were lower and their calculus index was higher, demonstrating the necessity of a preventive and curative program to these special patients.

  17. Compromiso renal en pacientes HIV+

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Marta Pernasetti

    2010-06-01

    Full Text Available Varias complicaciones nefrológicas pueden ocurrir durante la infección por el virus de la inmunodeficiencia humana (HIV especialmente en estadios avanzados de la enfermedad o relacionadas con otras infecciones o drogas. Poco conocida es la prevalencia de alteraciones renales subclínicas de pacientes HIV+ surgidas como complicación o relacionadas a la infección y/o tratamiento. Realizamos un corte transversal de pacientes asintomáticos HIV+ referidos en forma consecutiva al consultorio de nefrología para la detección de alteraciones nefrológicas. Se estudiaron 52 pacientes adultos mediante exámenes de sangre y orina, ultrasonido y biopsia renal. Edad media 39.9 ± 10.6 años, 88% varones, tiempo de diagnóstico de la infección: 53.2 ± 41.2 (2-127 meses. El 71% tenían síndrome de inmunodeficiencia adquirida (HIV-sida y el 77% recibían con antirretrovirales. La carga viral al momento del estudio fue 7043 ± 3322 copias y el recuento de CD4+ 484 ± 39 cel/mm³. El 30.7% presentó alteraciones del sedimento urinario: albuminuria: 16.6%, hematuria microscópica: 11.5%, hipercalciuria: 10.8% y cristaluria 6%. La media del filtrado glomerular fue 102.2 ± 22.9 ml/min (rango: 34-149. El 41% presentó anormalidades que corresponderían a enfermedad renal crónica (estadios 1 a 3. Los pacientes con alteraciones tenían mayor edad, con duración más prolongada de la infección. Las anomalías renales no se asociaron con mayor prevalencia de HIV-sida. Dos pacientes fueron biopsiados, con hallazgos de nefritis túbulo-intersticial crónica con cristales y glomerulonefritis por IgA. No hubo hallazgos de nefropatía por HIV. El amplio espectro y la alta prevalencia de anormalidades nefrológicas subclínicas encontradas sugieren que los pacientes asintomáticos HIV+ deberían realizar evaluaciones nefrológicas de rutina.

  18. Perfil epidemiológico dos pacientes em terapia renal substitutiva no Brasil, 2000-2004 Perfil epidemiológico de los pacientes en terapia renal substitutiva en Brasil, 2000-2004 Epidemiological profile of patients on renal replacement therapy in Brazil, 2000-2004

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariangela Leal Cherchiglia

    2010-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o perfil epidemiológico e clínico de pacientes em terapia renal substitutiva, identificando fatores associados ao risco de morte. MÉTODOS: Estudo observacional, prospectivo não concorrente, a partir de dados de 90.356 pacientes da Base Nacional em Terapias Renais Substitutivas, no Brasil. Foi realizado relacionamento determinístico-probabilístico do Sistema de Autorização de Procedimentos de Alta Complexidade/Custo e do Sistema de Informação de Mortalidade. Foram incluídos todos os pacientes incidentes que iniciaram diálise entre 1/1/2000 e 31/12/2004, acompanhados até a morte ou final de 2004. Idade, sexo, região de residência, doença renal primária, causa do óbito foram analisados. Ajustou-se um modelo de riscos proporcionais para identificar fatores associados ao risco de morte. RESULTADOS: Ocorreu um aumento médio de 5,5% na prevalência de pacientes em terapia enquanto a incidência manteve-se estável no período. Hemodiálise foi a modalidade inicial predominante (89%. A maioria dos pacientes era do sexo masculino, com idade média de 53 anos, residente na região Sudeste, e apresentava causa indeterminada como principal causa básica da doença renal crônica, seguida da hipertensão, diabetes e glomerulonefrites. Desses pacientes, 7% realizou transplante renal e 42% evoluiu para o óbito. Os pacientes em diálise peritoneal eram mais idosos e apresentavam maior prevalência de diabetes. Entre os não transplantados, 45% foi a óbito e, entre os transplantados, 7%. No modelo final de riscos proporcionais de Cox, o risco de mortalidade foi associado com o aumento da idade, sexo feminino, ter diabetes, residir nas regiões Norte e Nordeste, diálise peritoneal como modalidade de entrada e não ter realizado transplante renal. CONCLUSÕES: Houve aumento da prevalência de pacientes em terapia renal no Brasil. Pacientes com idade avançada, diabetes, do sexo feminino, residentes nas regiões Norte e

  19. Fatores de risco cardiovascular em pacientes pediátricos após um ano de transplante renal Factores de riesgo cardiovascular en pacientes pediátricos después de un año de trasplante renal Cardiovascular risk factors in pediatric patients after one year of renal transplant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Líndia Kalliana da Costa Araújo Alves Carvalho

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a frequência de diabetes mellitus e a presença de fatores de risco cardiovascular em pacientes pediátricos após um ano de transplante renal. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, de cunho documental e exploratório, realizado de janeiro de 2000 a janeiro de 2006, abrangendo 111 prontuários de pacientes pediátricos (0 a 18 anos incompletos submetidos a transplante renal no Hospital do Rim e Hipertensão e no Hospital São Paulo da Universidade Federal de São Paulo. RESULTADOS: Foram analisados 111 pacientes, 50,5% utilizavam anti-hipertensivos antes do transplante renal. Um ano após este número caiu para 28%. No pré-transplante 13,5% pacientes apresentaram sobrepeso e após um ano não houve alteração importante (12,6%. O número de pacientes obesos aumentou 50% após um ano de transplante renal. Aproximadamente 1% das crianças desenvolveram diabetes mellitus pós-tranplante renal. CONCLUSÃO: A presença de excesso de peso (sobrepeso e obesidade, hipertensão arterial e diabetes mellitus são freqüentes em pacientes pediátricos pós-tranplante renal.OBJETIVO: Identificar la frecuencia de diabetes mellitus y la presencia de factores de riesgo cardiovascular en pacientes pediátricos después de un año de trasplante renal. MÉTODOS: Estudio retrospectivo, de orden documental y exploratorio, realizado de enero de 2000 a enero de 2006, abarcando 111 fichas de pacientes pediátricos (0 a 18 años incompletos sometidos a trasplante renal en el Hospital del Riñón e Hipertensión y en el Hospital Sao Paulo de la Universidad Federal de Sao Paulo. RESULTADOS: Fueron analizados 111 pacientes, 50,5% utilizaban anti-hipertensores antes del trasplante renal. Un año después este número cayó para 28%. En el pre-trasplante, 13,5% pacientes presentaron sobrepeso y después de un año no hubo alteración importante (12,6%. El número de pacientes obesos aumentó 50% después de un año de trasplante renal. Aproximadamente 1

  20. Evolução clínica de pacientes com insuficiência renal aguda em unidade de terapia intensiva Evolución clínica de pacientes con insuficiencia renal aguda en la unidad de cuidados intensivos The clinical outcome of patients with acute renal failure in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucienne Dalla Bernardina

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a evolução clínica de pacientes com insuficiência renal aguda (IRA submetidos a tratamento dialítico e não-dialítico na UTI. MÉTODOS: Estudo prospectivo onde foram incluídos pacientes com idade maior que 18 anos e com creatinina sérica > 1,5 mg/dl. Os pacientes foram divididos em grupo dialítico e não-dialítico. RESULTADOS: Dos 70 pacientes incluídos 19 (27,1% foram do grupo dialítico e 51 (72,9% do grupo não-dialítico. A taxa de mortalidade foi de 42,1% no grupo dialítico e de 33,3% no grupo não-dialítico (pOBJETIVO: Evaluar la evolución clínica de pacientes con insuficiencia renal aguda (IRA sometidos a tratamiento dialítico y no-dialítico en la UCI. MÉTODOS: Se trata de un estudio prospectivo donde fueron incluídos pacientes mayores de 18 años y con creatinina sérica > 1,5 mg/dl. Los pacientes fueron divididos en grupo dialítico y no-dialítico. RESULTADOS: De los 70 pacientes incluídos 19 (27,1% fueron del grupo dialítico y 51 (72,9% del grupo no-dialítico. La tasa de mortalidad fue del 42,1% en el grupo dialítico y del 33,3% en el grupo no-dialítico (pOBJECTIVE:To evaluate the clinical outcome of acute renal failure (ARF patients when submitted to dialysis and non-dialysis treatments in ICU. METHODS: this prospective study included patients over 18 years of age and serum creatinine of >1.5 mg/dl. The patients were included in dialysis and non-dialysis groups. RESULTS: The study included 70 patients, 19 (27.1% comprised the dialysis group and 51 (72.9% the non-dialysis group. In the dialysis group, mortality rate was 42.1% and in the non-dialysis group was 33.3% (p<0.58. CONCLUSION: There were multifactors of ARF in ICU, but ARF is not the single cause for the high mortality rate in ICU patients.

  1. Insuficiência e deficiência de vitamina D em pacientes portadores de doença renal crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Herculano Ferreira Diniz

    2012-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Hipovitaminose D é bem documentada em pacientes portadores de doença renal crônica (DRC. Espera-se níveis inferiores em habitantes de regiões não tropicais em relação aos habitantes de regiões tropicais, pela inferição de uma maior exposição solar e maior produção de vitamina D. OBJETIVO: Analisar os níveis séricos de vitamina D, como 25-hidroxivitamina D - 25(OHD, de 125 pacientes brasileiros portadores de DRC em fase pré-dialítica. MÉTODOS: Foram estudados 125 pacientes (57,4 ± 16,2 anos, 78 brancos e 55,2% homens, com creatinina de 2,67 ± 1,73 mg/dL e o clearance estimado 43,7 ± 34,5 mL/min. O índice de massa corporal era de 27,4 ± 4,7 kg/m² e a circunferência abdominal de 95,0 ± 14,0 cm. O cálcio era de 9,3 ± 0,6 mg/dL, o paratormônio intacto (PTHi 212,6 ± 221,2 pg/mL e a albumina sérica 4,2 ± 0,6 g/dL. A média de 25(OHD era de 23,9 ± 10,7 ng/mL. RESULTADOS: Dos 125 pacientes, 92 (72,6% apresentavam níveis de 25(OHD < 30 ng/mL, sendo que 65 (52% apresentavam insuficiência (15-29 ng/mL; 27 (21,5% apresentavam deficiência (5-14 ng/mL e apenas um paciente apresentava deficiência severa < 5 ng/mL. Não foram observadas diferenças entre os níveis de 25(OHD nos pacientes estratificados quanto ao estágio de DRC. Os níveis de 25(OHD foram maiores nos homens (38,1 ± 20,6 versus 22,4 ± 9,7 ng/ml; p < 0,0001, havendo também uma correlação inversa entre os níveis de 25(OHD e de PTHi, proteinúria e circunferência abdominal, e uma correlação positiva entre 25(OHD e cálcio total e albumina sérica. Na análise multivariada, encontrou-se apenas correlação inversa entre 25(OHD e circunferência abdominal e PTHi. CONCLUSÃO: A despeito de a população do Brasil estar em um clima tropical, a maioria dos pacientes analisados apresentou níveis séricos subótimos de vitamina D, podendo este achado estar relacionado ao desenvolvimento de hiperparatireoidismo.

  2. pacientes con insuficiencia renal terminal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Herrera Herrera

    2011-01-01

    Full Text Available La presente investigación fundamenta en la clínica psicoanalítica el estudio de dos casos de tres personas diagnosticadas con IRT que reciben tratamiento de hemodiálisis, en razón a que dadas las características y el aumento de los reportes que se presentan, ya esto se considera un problema de salud pública. El objetivo principal es describir las características dinámicas del proceso de duelo en pacientes con IRT en un centro de terapia renal de la ciudad de Cartagena. El procedimiento metodológico empleó un diseño de tipo cualitativo; la investigación se desarrolló con un diseño clínico mediante el estudio de casos, y fundamentada en la hermenéutica psicoanalítica. Todo esto respaldado en la historia clínica, la entrevista semiestructurada individual y familiar, los test proyectivos, test del dibujo de la figura humana Machover y TAT de Murray, para la debida integración de los análisis. Se concluye que predominan funciones fallidas de los progenitores y que son individuos provenientes de familias psicosomáticas, que utilizan la enfermedad para obtener un beneficio secundario.

  3. Lesão renal aguda em crianças: incidência e fatores prognósticos em pacientes gravemente enfermos Acute kidney injury in children: incidence and prognostic factors in critical ill patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kenia Machado Souza Freire

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Lesão renal aguda caracteriza-se pela redução súbita e, em geral, reversível da função renal com perda da capacidade de manutenção da homeostase do organismo. Em pediatria, as principais causas de lesão renal aguda são sepse, uso de drogas nefrotóxicas e isquemia renal nos pacientes criticamente enfermos. Nesses pacientes, a incidência de lesão renal aguda varia de 20 a 30%, resultando em aumento da taxa de morbi-mortalidade de 40 a 90%. Este estudo tem como objetivo avaliar a incidência de lesão renal aguda nos pacientes internados em unidade de terapia intensiva, classificar a gravidade da lesão renal aguda de acordo com o Pediatric Risk, Injury, Failure, Loss, End-Stage (pRIFLE, analisar a relação entre lesão renal aguda e a gravidade através do Pediatric Index of Mortality (PIM e estudar os fatores prognósticos associados. MÉTODOS: Realizou-se um estudo prospectivo entre julho de 2008 a janeiro de 2009 dos pacientes internados na unidade de terapia intensiva pediátrica do Hospital Infantil Joana de Gusmão - Florianópolis (SC - Brasil. Todos os pacientes foram analisados diariamente através do débito urinário e creatinina sérica e classificados de acordo com pRIFLE. RESULTADOS: No período de acompanhamento foram internadas 235 crianças. A incidência de lesão renal aguda foi de 30,6%, sendo que o pRIFLE máximo durante a internação foi de 12,1% para R, 12,1% para I e 6,4% para F. A taxa de mortalidade foi de 12,3%. Os pacientes que evoluíram com lesão renal aguda apresentaram risco dez vezes maior de óbito em relação aos não expostos. CONCLUSÃO: Lesão renal aguda é uma entidade comum nos pacientes críticos. O diagnóstico precoce a e instituição imediata de medidas terapêuticas adequadas a cada situação clínica podem alterar o curso e a gravidade do envolvimento renal reduzindo a morbi-mortalidade do paciente.OBJECTIVES: Acute kidney injury is characterized by sudden and generally

  4. Intoxicação por carambola em paciente com insuficiência renal crônica: relato de caso Star fruit intoxication in a chronic renal failure patient: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Gonzaga Moreira

    2010-12-01

    Full Text Available A insuficiência renal crônica é doença de elevada morbidade e mortalidade e sua incidência e prevalência em estágio terminal têm aumentado progressivamente a cada ano. Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia, as principais causas de insuficiência renal crônica são hipertensão arterial, glomerulonefrite e diabetes mellitus. Diversos fatores elevam o risco de mortalidade em pacientes com nefropatia crônica, principalmente idade, presença de diabetes e número de comorbidades associadas. Para pacientes com menos de 50 anos de idade a taxa de sobrevida em 5 anos é de 62% e para aqueles acima desta idade e com diagnóstico de diabetes mellitus a sobrevida é de apenas 23%. A carambola, fruta originária da Ásia e muito difundida na maioria dos países tropicais, tem sido reportada como contendo uma neurotoxina capaz de provocar graves alterações neurológicas em pacientes com histórico de nefropatia crônica. Dentre estas alterações podemos observar desde quadros leves, como soluços e confusão mental, até quadros mais sérios, como convulsões e morte. Essa neurotoxina parece apresentar especificamente inibição sobre o sistema de condução GABAérgico. Descrevemos o caso de um paciente nefropata crônico que, após ingestão de carambola, inicia quadro de mal-estar, náuseas e vômitos, seguidos de episódios convulsivos reentrantes e vai a óbito mesmo com o tratamento hemodialítico convencional.Chronic renal failure is a high morbidity and mortality condition, with its terminal phase incidence and prevalence steadily growing year after year. According to the Sociedade Brasileira de Nefrologia [Brazilian Society of Nephrology], the main causes of renal failure are arterial hypertension, glomerulonephritis and diabetes mellitus. Several factors are implied on chronic renal failure patients' risk of mortality, particularly age, diabetes and associated co-morbidities. For patients below 50 years old, the 5 years

  5. Colite por citomegalovirus em paciente transplantada renal: relato de caso e revisão da literatura Citomegalovirus colitis in kidney transplant patient: case report and literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Saad Hossne

    2007-06-01

    Full Text Available A infecção do citomegalovírus ocorre geralmente em pacientes imunocomprometidos sejam pós-transplantados ou pelas doenças que comprometem o sistema imune (AIDS; apresentamos um caso de um paciente do sexo feminino de 49 anos de idade, que se encontrava em pós-operatório tardio de transplante renal (14 anos, fazendo uso de medicações imunossupressoras. Evolui com quadro de dor abdominal, perda do peso e diarréia não sanguinolenta na fase inicial, necessitando de hospitalização, durante a qual desenvolveu severos quadros de hematoquezia e hipotensão. Submetida a colonoscopia que revelou mucosa de aspecto friável, com úlceras do tipo aftóides, fibrina e formação de pseudopólipos; a biopsia revelou tratar-se de citomegalovírus. Evolui sem melhora com o uso do foscarnet r, necessitando de tratamento cirúrgico, indo a óbito após 5 dias.Cytomegalovirus infection frequently develops in immunocompromised patients, either in post-transplanted patients or in patients with diseases that affects the immune system, such as AIDS; we present a case of a 49 year old female patient in late post surgery (14 years of a kidney transplant, using immunosuppressing medication. The patient presented abdominal pain, weight loss and initial diarrhea, she was hospitalized and developed severe hematochezia and hypotension. The patient was submitted to a colonoscopy and presented friable aspect mucosa, with aphthoid ulcers, fibrin and pseudopolyp formation; biopsy revealed cytomegalovirus. Her condition did not improve after the use of foscarnet, and surgical treatment was necessary. The patient died 5 days later.

  6. Relato de caso: Insuficiência renal crônica estádio 5 D em paciente com doença renal crônica medicado com varfarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Patricia Quiterio Bento

    2015-06-01

    Full Text Available Resumo Introdução A terapêutica com varfarina pode provocar hematúria grave e lesão renal aguda pela formação de cilindros eritrocitários oclusivos. Estas alterações são sugestivas de uma doença recentemente conhecida como nefropatia relacionada pela varfarina. Caso Clínico: Apresentamos um doente de 74 anos de idade com doença renal crônica estádio 3 A, que progrediu com declínio na taxa de filtração glomerular (TFG após o início de terapêutica com varfarina devido a um quadro fibrilação atrial. O diagnóstico foi confirmado pela histologia renal, que demonstrou a presença de oclusão tubular por cilindros eritrocitários, achados consistentes com este diagnóstico. O paciente não recuperou a TFG, tendo iniciado terapêutica substitutiva da função renal. Discussão: O objetivo da descrição deste caso clínico é alertar para a complicação associada a este fármaco e reforçar a necessidade de monitorização cuidada da função renal e dos parâmetros de coagulação em doentes tratados com a varfarina. A patogênese e o prognóstico desta entidade também serão discutidos.

  7. Tumores renais e adrenais com invasão cardíaca: resultados cirúrgicos imediatos em 14 pacientes Tumores renales y adrenales con invasión cardiaca: resultados quirúrgicos inmediatos en 14 pacientes Renal and adrenal tumors with cardiac invasion: immediate surgical results in 14 patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Fagionato Locali

    2009-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A ressecção do trombo tumoral em veia cava inferior (VCI e átrio direito (AD aumenta a sobrevida do paciente com câncer renal/supra-renal. OBJETIVO: Avaliar a conduta cirúrgica do trombo da VCI e AD no tratamento dos tumores renais e supra-renais. MÉTODOS:De janeiro de 1997 a junho de 2007 foram avaliados, retrospectivamente, 14 pacientes tratados cirurgicamente para retirada de trombo em VCI e/ou AD decorrente de tumor renal ou supra-renal. Desses, 64,2% eram do sexo masculino, e havia 42,8% de casos de tumor de Wilms (TW, 28,5% de adenocarcinoma de supra-renal (AS e 28,5% de carcinoma de células claras (CC, com idades médias de 4,5, 60,5 e 2,5 anos, respectivamente. Aspectos epidemiológicos e parâmetros intra e pós-operatórios hospitalar foram avaliados. RESULTADOS: Em todos os casos encontrou-se trombo tumoral em VCI supra-hepática, e em 62,4% o trombo invadiu o AD. A trombectomia foi realizada com o emprego da circulação extracorpórea associada à hipotermia profunda e parada circulatória total em 85,7% dos casos e moderada no restante. Ligou-se a VCI em 7,1% dos pacientes, e reconstruiu-se por rafia em 92,9%. Os tempos de intubação orotraqueal e internação variaram conforme o tipo de tumor. Ocorreram dois óbitos hospitalares no grupo de AS, por parada cardiorrespiratória intra-operatória. CONCLUSÃO: Existe maior número de casos de trombo tumoral em VCI e AD decorrente de TW. Os casos de AS evoluem com mais complicações no pós-operatório, e o prognóstico no pós-operatório hospitalar dos pacientes com TW é melhor.FUNDAMENTO: La resección del trombo tumoral en vena cava inferior (VCI y atrio derecho (AD aumenta la sobrevida del paciente con cáncer renal/ suprarrenal. OBJETIVO: Evaluar la conducta quirúrgica frente al trombo de la VCI y AD en el tratamiento de los tumores renales y suprarrenales. MÉTODOS: De enero de 1997 a junio de 2007, se evaluaron, retrospectivamente, a 14 pacientes tratados

  8. Estimativa das necessidades energéticas em pacientes com doença renal crônica Estimating the energy requirement of chronic kidney disease patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Cordeiro Dias Rodrigues

    2013-02-01

    Full Text Available Estabelecer as necessidades energéticas de pacientes com doença renal crônica é importante para que se possam tratar os distúrbios nutricionais encontrados nessa população. Segundo os guias de condutas voltados ao cuidado nutricional de pacientes com essa doença, a recomendação energética pode variar entre 30 e 40kcal/kg/dia. Contudo, trabalhos que avaliaram os componentes do gasto energético nos pacientes com doença renal crônica sugerem que as necessidades energéticas dessa população podem diferir do valor recomendado acima, a depender da condição clínica (presença de comorbidades, da modalidade de tratamento empregado e do nível de atividade física. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo fazer uma revisão dos estudos sobre o gasto energético de pacientes com doença renal crônica, com o intuito de abordar as seguintes questões: (1 as atuais recomendações de energia para pacientes com doença renal crônica estão adequadas? (2 qual equação de predição poderia ser empregada para estimar as necessidades energéticas desse grupo de pacientes? Assim, esta revisão busca auxiliar o nutricionista ao estimar as necessidades energéticas de pacientes com doença renal crônica.Estimating the energy requirement of patients with chronic kidney disease is highly important for treating the nutritional disorders often seen in this population. According to the specific guidelines for patients with chronic kidney disease, the currently recommended daily energy intake varies from 30 to 40kcal/kg/day. However, studies that investigated energy expenditure components of patients with chronic kidney disease suggested that the energy requirement may differ from the one proposed earlier, depending on overall clinical condition (i.e. presence of comorbidities, treatment modality and level of physical activity. With this perspective in mind, the present study aims to review the studies assessing energy expenditure

  9. Lesão renal aguda séptica versus não séptica em pacientes graves: características e desfechos clínicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Galvão Cruz

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever e comparar as características e os desfechos clínicos de pacientes com lesão renal aguda séptica e não séptica. Métodos: Coorte aberta com 117 pacientes graves com lesão renal aguda consecutivamente admitidos em unidade de terapia intensiva, sendo excluídos aqueles que apresentavam doença renal crônica em estágio avançado, transplante renal, internação ou morte em um período inferior a 24 horas. Presença de sepse e óbito intra-hospitalar representaram, respectivamente, a exposição e o desfecho principal. Análise de confundimento foi realizada com a regressão logística. Resultados: Não houve diferenças na média de idade entre os grupos com lesão renal aguda séptica e não séptica [65,30±(21,27 anos versus 66,35±12,82 anos; p=0,75]. Nos dois grupos, similarmente, observou-se predomínio do sexo feminino (57,4% versus 52,4%; p=0,49 e de afrodescendentes (81,5% versus 76,2%; p=0,49. Os pacientes com sepse apresentaram maiores médias de escore Acute Physiology and Chronic Health Evaluation II [21,73±7,26 versus 15,75± (5,98; p18,5 (OR: 9,77; IC95%: 3,73-25,58 foram associados ao óbito. Conclusão: Sepse foi um preditor independente para óbito. Existem diferenças entre as características e desfechos clínicos dos pacientes com lesão renal aguda séptica versus não séptica.

  10. Detecção de anticorpos IgM nas infecções primárias e secundárias pelo citomegalovírus em pacientes submetidos a transplante renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Sergio Pannuti

    1987-10-01

    Full Text Available Foram acompanhados 27 pacientes submetidos a transplante renal para avaliação do comportamento dos anticorpos IgM e IgG CMV-específicos. Dos 27 casos estudados, 17 (63,0% tinham anticorpos IgG, detectados pela reação de fixação de complemento (RFC, antes de serem submetidos ao transplante, e 10 (37,0% eram soro negativos. A pesquisa de anticorpos IgM (técnica de imunofluorescência indireta foi negativa em todas as amostras pré transplante. Num período de acompanhamento que variou de 28 a 425 dias (média de 115 dias após o transplante, observou-se que 20 dos 27 (74,1% apresentaram evidências sorológicas de infecçáo pelo CMV, ocorrendo a maioria dos casos (14/20, 70% em pacientes que já tinham anticorpos para o CMV antes do transplante. A pesquisa de anticorpos IgM CMV-específicos foi positiva em 12 dos 14 pacientes com evidências sorológicas de reinfecção ou reativação da infecção pelo CMV, e em 100% (6/6 dos pacientes com infecção primária. Dentre os 10 pacientes acompanhados por mais de 4 meses, somente 1 (10% negativou o IgM neste período.

  11. Efeito do exercício resistido intradialítico em pacientes renais crônicos em hemodiálise Effect of resistance exercise intradialytic in renal patients chronic in hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Ribeiro

    2013-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Pacientes com doença renal crônica (DRC quando submetidos ao exercício resistido (ER apresentam substancial melhorias de muitas funções, em especial os relacionados ao sistema cardiovascular, respiratório, muscular e na qualidade de vida (QV. Não existem avaliações do impacto de exercício simples e factíveis em pacientes com DRC associada ao Diabetes Mellitus (DM durante o período intradialítico. OBJETIVO: Estudar o papel do exercício resistido no tratamento e na qualidade de vida em pacientes submetidos à hemodiálise crônica (HD. Assim, submetemos pacientes com DRC e DM ao ER durante a hemodiálise. MÉTODOS: Quinze pacientes em cada grupo: 1: DM com DRC submetidos ao ER; 2: DM com DRC sedentários; 3: DRC e ER e, 4: DRC sedentários. Avaliações durante oito semanas, com ER três vezes na semana. Avaliação laboratorial, teste de força muscular (FM e QV (SF-36. RESULTADOS: O ER induziu melhoria na glicemia e na FM com discretas, mas significantes alterações na uréia e, K (p INTRODUCTION: Patients with chronic kidney disease (CKD when subjected to resistance exercise (RE show substantial improvements in many functions, especially those related to the cardiovascular system, respiratory, muscular and quality of life (QOL. There are no evaluations of the impact of exercise simple and feasible in patients with CKD associated with Diabetes Mellitus (DM during the intradialytic period. Thus, patients with CKD and submit to the DM + RE during hemodialysis. OBJECTIVE: To study the role of resistance exercise in the treatment and quality of life in patients undergoing chronic hemodialysis (HD. METHODS: 15 patients in each group: 1: DM with CKD and RE; 2: DM + CKD sedentary; 3: CKD + RE and 4: DRC sedentary. They were evaluated during eight weeks, with RE three times a week. Parameters: Laboratory assessments, muscle strength testing (FM and QV (SF-36. RESULTS: RE induced improvement in glucose and FM with subtle but

  12. Farmacocinética, metabolismo e excreção renal da doxorrubicina em pacientes com câncer de mama

    OpenAIRE

    Leandro Francisco Pippa

    2016-01-01

    O presente estudo visa descrever a farmacocinética, o metabolismo e a excreção renal da doxorrubicina, uma antraciclina utilizada no tratamento do câncer de mama. A doxorrubicina é biotransformada a doxorrubicinol pelas enzimas carbonil redutase 1 e 3 e aldo-ceto redutase. Foram investigadas 12 pacientes portadoras de câncer de mama no primeiro ciclo de tratamento adjuvante ou neoadjuvante com doxorrubicina (60 mg/m2) administrada por infusão intravenosa durante 30 min. As amostras seriadas d...

  13. Efeito da suplementação de colecalciferol nos RNA mensageiros urinários associados ao podócito em pacientes com doença renal crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Rodolfo Teló Timm

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Introdução: A vitamina D reduz a albuminúria em pacientes com doença renal crônica (DRC, mas o seu efeito sobre os podócitos glomerulares ainda não é claro. Objetivos: Avaliar se a suplementação de colecalciferol reduz os RNAm urinários associados ao podócito em pacientes com DRC. Métodos: Vinte e sete pacientes com DRC estágios 2 a 4 e níveis sub-ótimos de 25-hidroxi-vitamina D [25(OHD] sérica foram tratados com colecalciferol por seis meses. Foram medidos antes e após a intervenção a 25(OHD sérica e o RNAm urinário da nefrina, podocina, podocalixina, receptor transitório potencial do canal de cátions, subfamília C, membro 6 (TRPC6, fator A de crescimento do endotélio vascular (VEGF-A e fator de crescimento transformador beta (TGF-β1. Resultados: A TFGe reduziu em média 4,71 mL/min/1,73 m2 (p = 0,010 vs. basal, sendo 28 ± 16 mL/min/1,73 m2 aos seis meses. Os RNAm dos produtos do podócito na urina não tiveram alteração significativa após o tratamento. Entretanto, pacientes que atingiram níveis de 25(OHD ≥ 20 ng/mL aos 6 meses tiveram tendência de redução do RNAm da nefrina e da podocina na urina; nos pacientes em que a 25(OHD permaneceu < 20 ng/mL houve aumento significativo da podocalixina, e tendência de maior expressão do RNAm da nefrina e da podocina. Conclusão: A reposição de colecalciferol por seis meses não teve efeito sobre os RNAm associados ao podócito nestes pacientes com DRC avançada. O efeito protetor da vitamina D ou seus análogos sobre o podócito glomerular deve ser investigado em estágios mais precoces da DRC e com maior tempo de tratamento.

  14. Avaliação do grau de satisfação de pacientes renais crônicos em hemodiálise La satisfacción del pacientes con la insuficiência renal crónica en hemodiálisis Evaluation of satisfaction in patients with chronic renal disease on hemodylysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Bernardi Cesarino

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o grau de satisfação de pacientes portadores de insuficiência renal crônica em relação aos serviços prestados e às condições físicas da Unidade de Hemodiálise do Hospital de Base de São Jose do Rio Preto - SP. MÉTODOS: Estudo descritivo que utilizou um questionário com escala tipo Likert aplicado em 81 pacientes em tratamento hemodialítico no Serviço de Nefrologia do referido Hospital. RESULTADOS: Foi identificado que 53% dos usuários estavam muito satisfeitos e 47% satisfeitos. Apesar dos resultados apontarem para um alto grau de satisfação com os serviços prestados e condições físicas do ambiente, os usuários relataram algumas limitações. CONCLUSÃO: A avaliação da satisfação de pacientes possibilitou algumas opções para um repensar da prática dos profissionais da saúde, oferecendo subsídios no processo de gestão, objetivando a melhoria contínua do serviço.OBJETIVO: Identificar el grado de satisfacción de pacientes portadores de insuficiencia renal crónica en relación a los servicios prestados y a las condiciones físicas de la Unidad de Hemodiálisis del Hospital de Base de Sao José do Rio Preto - SP. MÉTODOS: Se trata de un estudio descriptivo en el que se utilizó un cuestionario con una escala tipo Likert aplicado a 81 pacientes con tratamiento de hemodiálisis en el Servicio de Nefrología del referido Hospital. RESULTADOS: Fue identificado que el 53% de los usuarios estaban muy satisfechos y el 47% satisfechos. A pesar que los resultados apuntaron un alto grado de satisfacción con los servicios prestados y las condiciones físicas del ambiente, los usuarios relataron algunas limitaciones. CONCLUSIÓN: La evaluación de la satisfacción de pacientes posibilitó algunas opciones para un repensar de la práctica de los profesionales de la salud, ofreciendo subsidios en el proceso de gestión, con el objetivo de una mejora continua del servicio.OBJECTIVE: To identify the

  15. Identificação de ponto de corte no nível sérico da alanina aminotransferase para rastreamento da hepatite C em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise Identification of the cutoff value for serum alanine aminotransferase in hepatitis C screening of patients with chronic renal failure on hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericson Cavalcanti Gouveia

    2004-02-01

    Full Text Available Pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise apresentam níveis séricos mais baixos de alanina aminotransferase. Para estabelecer melhor ponto de corte nos níveis de ALT, no diagnóstico da hepatite C, avaliaram-se mensalmente, durante 6 meses os níveis desta enzima em 235 pacientes em hemodiálise, sendo excluídos aqueles que apresentassem média acima do limite superior da normalidade. O ponto de corte foi identificado através da construção de curva ROC. Entre 202 pacientes, 15 (7,4% apresentavam anti-VHC positivo e 187 (92,6% negativo, com média de ALT de 0,7 e de 0,5 do limite superior (p The patients with chronic renal failure in hemodialysis present low levels of serum alanine aminotransferases. In order to establish a better cutoff value for ALT in hepatitis C screening of hemodialysis patients, the ALT levels were measured monthly in 235 patients, being excluded those that presented average above the upper limit of normality. The cutoff value was identified by construction of a ROC curve (receiver operating characteristic. Among 202 patients, 15 (7.4% presented antibodies to hepatitis C virus (anti-HCV and 187 (92.6% were anti-HCV negative , with an ALT average of 0.7 and of 0.5 from ULN (p <0.0001, respectively. The better cutoff value for ALT was at 0.6 from ULN, with sensitivity of 67% and specificity of 75% in anti-HCV screening. These results suggest that ULN of ALT could be reduced for 60% from conventional limit, when we are evaluating patients with CRF in hemodialysis.

  16. Técnicas hemoterápicas em cirurgia renal percutânea em paciente testemunha de Jeová

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helio Begliomini

    Full Text Available Jehova's witeness patients deny to receive heterologous blood transfusion even under life risk. They also neither agree with auto transfusion when the their own blood is stored days or weeks before surgery procedures. Percutaneous renal surgery can have complications and, among them, intense hemorrhage that can demand for open surgery. The authors report a case of a 32 year old patient with complete coralliform lithiasis in the right kidney who was submitted to percutaneous renal surgery with removing 400 ml of total blood accompanied subsequently of hemodilution and blood reinfusion by the end of the procedure. A Compact Advanced from Dideco, an italian company, was used for blood recovering during surgery and reinfusing it after the filtration process, centrifugation and washing of red globules. In this particular, the authors describe a technical adaption for blood collection. Both procedures are accepted by Jehova's witness patients, once that the blood is not stored and there is contact with your veined system. This article aim to show a blood capture technical variant in the percutaneous renal surgery, as well as to present a method in similar procedures, once that is not used routinely in urological surgeries.

  17. Dermatoses em pacientes com diabetes mellitus

    OpenAIRE

    Foss,N T; Polon,D P; Takada,M H; Foss-Freitas,M C; Foss,M C

    2005-01-01

    OBJETIVO: Ainda é desconhecida a relação do diabetes com fatores determinantes ou precipitantes de lesões dermatológicas em pacientes diabéticos. Assim, o objetivo do estudo foi investigar a presença de lesões cutâneas, não referidas pelo paciente diabético e sua relação com o controle metabólico da doença. MÉTODOS: Foram examinados 403 pacientes, dos quais 31% eram diabéticos do tipo 1 e 69% do tipo 2. Em ambulatório de um hospital universitário, os pacientes foram atendidos por endocrinolog...

  18. Efeitos do exercício aeróbio durante a hemodiálise em pacientes com doença renal crônica: uma revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joseane Böhm

    2012-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Pacientes com doença renal crônica (DRC têm capacidade física e funcional reduzida quando comparados à população geral. O tratamento hemodialítico torna as atividades desses pacientes restritas, favorecendo o estilo de vida sedentário e a limitação funcional. Pacientes em hemodiálise (HD são menos ativos, apresentam baixa tolerância ao exercício e alto descondicionamento físico. Em virtude dessas alterações, têm sido propostos programas de exercício físico que visam não somente ao tratamento dos sinais clínicos da doença, mas de suas repercussões na função e na qualidade de vida. OBJETIVOS: Realizar uma revisão da literatura sobre os efeitos do exercício físico em pacientes portadores de DRC submetidos a programas de exercício aeróbio em cicloergômetro para membros inferiores durante a HD. MÉTODOS: Foram realizadas consultas às bases de dados Medline, PubMed, Scielo, Embase e ScienceDirect. RESULTADOS: Analisaram-se 14 estudos experimentais randomizados controlados, considerando o período de realização da intervenção na HD, a intensidade e a frequência do exercício, a duração da intervenção e os principais resultados. CONCLUSÃO: Os estudos demonstraram que exercícios aeróbios realizados durante a HD promovem a melhora da capacidade aeróbia e o condicionamento físico, além de redução da fadiga e ansiedade, melhora da capilarização muscular e pressão arterial de repouso, aumento no tempo de duração dos exercícios e melhora na depuração da ureia.

  19. Desempenho de seis modelos de predição prognóstica em pacientes críticos que receberam suporte renal extracorpóreo Performance of six prognostic scores in critically ILL patients receiving renal replacement therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth R. Maccariello

    2008-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Não existe consenso sobre qual modelo prognóstico deva ser utilizado em pacientes com disfunção renal aguda (DRA. O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho de seis escores de prognóstico em pacientes que necessitaram de suporte renal. MÉTODO: Coorte prospectiva de pacientes internados nas unidades de terapia intensiva (UTI de três hospitais terciários que necessitaram de suporte renal por DRA durante 32 meses. Foram excluídos os pacientes crônicos em programa de diálise ou com BACKGROUND AND OBJECTIVES: There is no consensus about prognostic scores for use in patients with acute kidney injury (AKI. The aim of this study was to evaluate the performance of six prognostic scores in predicting hospital mortality in patients with AKI and need for renal replacement therapy (RRT. METHODS: Prospective cohort of patients admitted to the intensive care units (ICU of three tertiary care hospitals that required RRT for AKI over a 32-month period. Patients with end-stage renal disease and those with ICU stay < 24h were excluded. Data from the first 24h of ICU admission were used to calculate SAPS II and APACHE II scores, and data from the first 24h of RRT were used in the calculation of LOD, ODIN, Liaño and Mehta scores. Discrimination was evaluated using the area under ROC curve (AUROC and calibration using the Hosmer-Lemeshow goodness-of-fit test. The hospital mortality was the end-point of interest. RESULTS: 467 patients were evaluated. Hospital mortality rate was 75%. Mean SAPS II and APACHE II scores were 48.5 ±11.2 and 27.4 ± 6.3 points, and median LOD score was 7 (5-8 points. Except for Mehta score (p = 0.001, calibration was appropriate in all models. However, discrimination was uniformly unsatisfactory; AUROC ranged from 0.60 for ODIN to 0.72 for SAPS II and Mehta scores. In addition, except for Mehta, all models tended to underestimate hospital mortality. CONCLUSIONS: Organ dysfunction, general and

  20. Dislipidemia em pacientes com dermatomiosite juvenil

    OpenAIRE

    Katia Tomie Kozu

    2012-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a presença de dislipidemia em pacientes com dermatomiosite juvenil (DMJ) e seus possíveis fatores de risco. MÉTODO: 25 pacientes com DMJ foram comparados a 25 controles de acordo com dados demográficos, composição corporal, perfil lipídico, glicêmico, autoanticorpos e enzimas musculares. Foram avaliados os instrumentos de atividade da DMJ: Disease Activity Score (DAS), Childhood Myositis Assessment Scale (CMAS), Manual Muscle Testing (MMT), Myositis Disease Activity Assessme...

  1. Uma estratégia para redução de risco cardiovascular em pacientes transplantados renais A strategy to improve the cardiovascular risk factor profile in renal transplant patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Leite

    2010-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A doença cardiovascular representa a principal causa de morbidade, mortalidade e perda de função do enxerto em receptores de transplante renal (RTR. O tratamento agressivo dos fatores de risco é fortemente recomendado. Entretanto, há um gap entre a terapia baseada em evidência recomendada e o manejo cardiovascular eficaz nesta população. OBJETIVO: Estabelecer uma estratégia de controle de fatores de risco cardiovascular para RTR. MÉTODOS: O risco cardiovascular de 300 RTR de uma Unidade de Transplante Renal foi avaliado através dos critérios de Framingham. Intervenções nos fatores de risco modificáveis foram sugeridas aos médicos assistentes através de cartas anexadas aos prontuários dos pacientes, incluindo modificações no estilo de vida, controle de pressão arterial e uso de tratamento anti-plaquetário e hipolipemiante. Os perfis dos fatores de risco foram re-avaliados depois de 6 e 12 meses. RESULTADOS: A maioria dos pacientes apresentava alto risco cardiovascular (58%. Após 12 meses, a proporção de pacientes recebendo tratamento anti-plaquetário, anti-hipertensivo ou hipolipemiante tinha aumentado de forma significante (29 para 51%, 83 para 92% e 3 para 46%, p BACKGROUND: Cardiovascular disease represents the leading cause of morbidity, mortality and graft function loss in renal transplant recipients (RTR. Aggressive treatment of risk factors is strongly advocated. However, there is a gap between recommended evidence-based therapy and effective cardiovascular management in that population. OBJECTIVE: To establish a cardiovascular risk factor control strategy for RTR. METHODS: The cardiovascular risk of 300 RTR of a renal transplant unit was assessed using the Framingham criteria. Interventions on modifiable risk factors were suggested to attending physicians by letters attached to patients' charts, including lifestyle modifications, blood pressure control and use of antiplatelet and lipid

  2. Avaliação da função renal em pacientes no pós-operatório de cirurgia cardíaca: a classificação AKIN prediz disfunção renal aguda? Evaluation of the renal function in patients in the postoperative period of cardiac surgery: does AKIN classification predict acute kidney dysfunction?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Cristina da Silva Magro

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar a freqüência de lesão renal aguda e comparar a aplicação da classificação AKIN com o uso isolado da creatinina sérica no pós-operatório de cirurgia cardíaca. MÉTODOS: Este estudo foi desenvolvido prospectivamente em um hospital de ensino e pesquisa especializado em cardiologia da rede pública do estado de São Paulo. Foram acompanhados 44 pacientes submetidos à cirurgia cardíaca eletiva, desde o pós-operatório imediato até o 2º pós-operatório. RESULTADOS: Constatou-se que dos 44 pacientes, 75% eram hipertensos, 27% diabéticos e eram majoritariamente do sexo masculino (64%, com média de idade de 55±16 anos. Observou-se que a idade avançada e o índice de massa corpórea elevado apresentaram correlação significativa para disfunção renal (pOBJECTIVES: To identify the frequency of the Acute Kidney Injury and to compare the application of the AKIN classification with the separate use of the serum creatinine in the postoperative period of cardiac surgery. METHODS: This study was prospectively developed in a teaching and specialized research hospital in cardiology of the public health system of the state of São Paulo. Forty-four patients submitted to the elective cardiac surgery since the immediate post-surgical period up to the 2nd post-surgical period were followed. RESULTS: It was possible to verify that from the forty-four patients, 75% were hypertensive, 27% were diabetic and mostly were male (64%, with an average age of 55+16 years old. It was observed that advanced age and the elevated body mass index shows a significant correlation to renal dysfunction (p<0, 05. According to the AKIN classification, the urinary flow criterion identified more renal dysfunction than creatinine criterion. It was verified that the renal dysfunction occurred more frequently in the postsurgery period and the majority (82% from the 63,6% of the patients which were submitted to the revascularization of the myocardium

  3. Avaliação da condição bucal em pacientes renais crônicos submetidos à hemodiálise Evaluation of oral condition of patients with chronic renal failure submitted to hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Régia de Souza Dias

    2007-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a condição bucal dos pacientes com insuficiência renal crônica submetidos à hemodiálise, no município de São Luís, comparando os três centros de referência da cidade e os tempos de hemodiálise. MÉTODOS: A amostra foi constituída por 107 pacientes, nos quais analisou-se o índice de placa (IP e a prevalência de cárie dentária (CPO-D. Os pacientes foram categorizados em três grupos, de acordo com o tempo de hemodiálise (3 meses a 3 anos. Os dados obtidos foram submetidos aos testes estatísticos ANOVA e Kruskal-Wallis, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: As médias/desvios padrão do IP nos grupos foram, respectivamente, 0.91±0.61; 1.04±0.60 e 1.25±0.67. Quanto ao CPO-D destes grupos, as médias/desvios padrão foram 13.63±8.91; 13.89±8.12 e 16.79±7.31. Não houve diferenças significativas entre os centros, nem entre os tempos de hemodiálise estudados. CONCLUSÃO: O tempo de tratamento da doença não alterou ou interferiu no acúmulo de placa bacteriana e na prevalência de cárie dentária. Houve uniformidade na condição bucal dos pacientes nos três centros estudados.BACKGROUND: Evaluate the oral conditions of patients with chronic renal failure submitted to hemodialysis in the city of São Luís, by comparing three reference centers and the times of hemodialysis. METHODS: The sample consisted of 107 patients, distributed among the centers. Plaque Index (IP and Dental Caries Prevalence (DMF-T were evaluated. Patients were subdivided into three groups according to time of hemodialysis (3 months to 3 years. Data were analyzed using the ANOVA and the Kruskal-Wallis test with a level of significance of 5%. RESULTS: Plaque index averages in the groups were respectively, 0.91±0.67; 1.04±0.60; 1.25±0.61. The averages of DMF-T in the respective groups were 13.63±8.91; 13.89±8.12; 16.79±7.31. There were no significant differences between the centers of reference and the times of

  4. Ploidia de DNA em astrocitomas: estudo em 66 pacientes brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    KRUTMAN-ZVEIBIL DEBORAH

    1999-01-01

    Full Text Available A determinação do conteúdo de DNA nuclear (fração de fase S e ploidia de DNA foi realizada por meio de análise de imagem em 66 astrocitomas, a partir de material fixado em formalina e seccionado em cortes de 5 micrômetros corados pela técnica de Feulgen. Nossos resultados mostraram forte relação entre a idade do paciente, grau histológico e sobrevida , com a ploidia de DNA e o percentual de células em fase de síntese. A análise da atividade proliferativa de astrocitomas intracranianos é a nosso ver muito útil no entendimento do comportamento biológico , do prognóstico e para o planejamento terapêutico dessas lesões.

  5. Oftalmoplegia internuclear em paciente com mielose funicular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Lamartine de Assis

    1968-06-01

    Full Text Available É relatado um caso de oftalmoplegia internuclear, tipo posterior, com manifestações oculares bilaterais e assimétricas em paciente com mielose funicular. O diagnóstico da natureza da moléstia foi comprovado pela prova de absorção da vitamina B12 radioativa marcada com 57Co (método de Schilling. Foram realizados três exames electromiográficos do músculo reto mediai mais afetado (esquerdo, com intervalos de 45 a 90 dias, não tendo havido modificação dos traçados. O electromiograma nada mostrou de específico e permitiu excluir lesão neurogênica (paresia ou paralisia do 3.° nervo e muscular propriamente dita (miopatia.

  6. Insuficiencia renal aguda obstructiva: Estudio de 42 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Caravia Pubillones

    1997-04-01

    Full Text Available Se revisaron las historias clínicas de 42 pacientes ingresados en el Servicio de Cuidados Intensivos del Instituto de Nefrología con el diagnóstico de insuficiencia renal aguda obstructiva (IRAO, con 1 ó 2 riñones funcionantes. Los pacientes estudiados estaban entre la 5ta y la 7ma década de la vida, con una mayor incidencia en el sexo masculino. La causa más frecuente de IRAO fue la litiasis renal (47,62 %, seguida por las enfermedades tumorales que infiltraban los uréteres (28,57 %. Se empleó tratamiento médico en 9 pacientes y el resto (33 fueron sometidos a tratamiento quirúrgico. Las principales complicaciones fueron sépticas con un franco predominio de las infecciones del tractus urinario (38,5 %. Hubo 3 fallecidos, 2 de ellos por complicaciones cardiovasculares. Del total de insuficiencias renales agudas que se atendieron en nuestro Centro, el 10,6 % correspondió a IRAO. La efectividad del tratamiento quirúrgico empleado fue del 94,4 % de curación en los pacientes atendidosMedical records of 42 patients admitted to the Intensive Care Unit of the Institute of Nephrology diagnosed as having acute obstructive renal failure with 1 or 2 kidneys functioning, were revised. Patients studied ware at the 5th and 7th decade of life with a greater incidence in males. The most frequent cause of acute obstructive renal failure was renal lithiasis (47.62 %, followed by tumor diseases which were infiltrating the ureters (28.57 %. Medical treatment was employed in 9 patients and the remaining (33 were submitted to surgical treatment. The main complications were septic with predominance of urinary tract infections (38.5 %. Three patients died, 2 of them as a result of cardiovascular complications. Of the total number of cases presenting with acute renal failure and treated in our center, 10.6 % had an acute obstructive renal failure. The effectiveness of the surgical treatment performed was 94.4 % of healing in patients treated for this

  7. Injúria Renal Aguda no paciente politraumatizado Acute Renal Injury in polytrauma patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Gomes Romano

    2013-03-01

    Full Text Available A Injúria Renal Aguda (IRA no contexto do paciente politraumatizado ocorre, na maioria das vezes, por uma conjuntura de fatores que passam por eventos correlacionados à ressuscitação volêmica inicial, ao grau de resposta inflamatória sistêmica associada ao trauma, ao uso de contraste iodado para procedimentos diagnósticos, à rabdomiólise e à síndrome compartimental abdominal. Atualmente, passamos por uma fase de uniformização dos critérios diagnósticos da IRA com o Acute Kidney Injury Network (AKIN, sendo a referência mais aceita. Consequentemente, o estudo da IRA no politraumatismo também passa por uma fase de reformulação. Esta revisão da literatura médica visa trazer dados epidemiológicos, fisiológicos e de implicação clínica para o manuseio destes pacientes, bem como expor os riscos do uso indiscriminado de expansores volêmicos e particularidades sobre a instituição de terapia renal substitutiva em indivíduos sob risco de hipertensão intracraniana.Acute Kidney Injury (AKI in trauma is, in most cases, multifactorial. Factors related to the initial ressuscitation protocol, degree of the systemic inflamatory response to trauma, contrast nephropathy in diagnostic procedures, rhabdomyolysis and abdominal compartment syndrome are some of those factors. Nowadays a uniformization in diagnostic criteria for AKI has been proposed by the Acute Kidney Injury Network (AKIN and as a result the incidence of AKI and its impact in outcomes in trauma patients also needs to be reconsider. In this review we aim to approach epidemiologic, physiologic and clinical relevant data in the critical care of patients victims of trauma and also to expose the risks of indiscriminate use of volume expanders and the interaction between renal replacement theraphy and intracranial hypertension.

  8. Qualidade de vida do paciente portador de insuficiência renal crônica = Quality of life in patients with chronic renal failure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guedes, Karine Desirée

    2012-01-01

    Full Text Available Introdução: Entre as doenças de curso crônico, a doença renal crônica dialítica está entre as que geram maior impacto na qualidade de vida do paciente. Objetivo: Caracterizar o impacto do tratamento renal substitutivo na qualidade de vida do paciente portador de insuficiência renal crônica. Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão de literatura feita na base de dados da Bireme com os descritores qualidade de vida, hemodiálise e insuficiência renal crônica. Resultados: A pesquisa resultou em oito artigos científicos completos publicados entre 2003 e 2010. A presença de uma doença crônica, a necessidade de submissão a um tratamento longo, a diminuição da vida social e principalmente as limitações físicas impostas pelo tratamento são as principais causas da baixa qualidade de vida desses pacientes. Conclusão: Os artigos mostraram uma redução na qualidade de vida dos pacientes renais crônicos submetidos a tratamento renal substitutivo indicando que os piores escores nas escalas que avaliam a qualidade de vida esta relacionados ao sexo, o maior tempo de tratamento e o avançar da idade

  9. Perfil Epidemiológico de Pacientes Renais Crônicos em Tratamento Conservador em um Hospital Escola do Sul de Minas/ Epidemiological Profile of Chronic Renal Failure Patients on Conservative Treatment in a Hospital in Southern School of Minas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Dorilêo Negretti

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar o perfil epidemiológico dos pacientes com Doença Renal Crônica em tratamento conservador no ambulatório do Hospital Escola de Itajubá. Materiais e Métodos: Estudo descritivo, de corte transversal, de abordagem quantitativa. Realizado com 171 pacientes atendidos em tratamento conservador no ambulatório de nefrologia no período de janeiro de 2012 a dezembro de 2013. A coleta objetivou caracterizar idade, sexo, raça, estado civil e procedência. Também foram avaliados dados do primeiro atendimento como: valores de ureia e creatinina, o grau de DRC, a etiologia e o número de retorno. Resultados: Dos doentes renais crônicos avaliados, 50,3% eram do sexo masculino, 88% da raça branca, 54,4% casados e a maioria (70,8% possuía faixa etária prevalente >60 anos. A maioria dos atendidos, 98,5% pertence a microrregião de referência. Quanto a dados de primeira consulta, o diabetes mellitus foi a principal etiologia (38%. Os valores de ureia e creatinina acima da referência preconizada foi observado na maioria dos pacientes e o grau III de DRC em 31% dos casos. O número médio de retornos após a primeira consulta foi de três retornos em 25,13% dos pacientes. Conclusão: A pesquisa permitiu o conhecimento do perfil epidemiológico dos portadores de DRC em tratamento conservador. Os achados reforçam a necessidade de implementação de políticas voltadas para promoção e prevenção à saúde com divulgação de mais programas de controle para minimizar o surgimento de novos casos da DRC. Objective: Determine the epidemiological profile of patients with Chronic Kidney Disease (CKD on conservative treatment at the Hospital Escola de Itajubá. Materials and Methods: A retrospective, descriptive, cross-sectional study of quantitative approach. It was conducted with 171 patients who were treated in conservative treatment at the nephrology clinic from January 2012 to December 2013. The collection aimed to characterize age

  10. Tempo até o transplante e sobrevida em pacientes com insuficiência renal crônica no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, 1998-2002 Time to kidney transplantation in chronic renal failure patients in the State of Rio de Janeiro, Brazil, 1998-2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cynthia Braga da Cunha

    2007-04-01

    Full Text Available Neste estudo, descreveram-se as características dos 14.419 pacientes com insuficiência renal crônica tratados por hemodiálise no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, e analisou-se o tempo até a primeira realização do transplante no período de 1998 a 2002. Técnicas de análise de sobrevida como a análise não paramétrica de Kaplan-Meier e a modelagem semiparamétrica com o modelo de riscos proporcionais de Cox foram utilizadas. Além do modelo de sobrevida para transplante, o tempo até o óbito foi estimado para a comparação das estimativas dos dois modelos. Os resultados mostraram que, no período estudado, apenas 6,3% dos pacientes foram transplantados, 32,4% foram indicados e 6,3% inscritos na lista de espera. Observa-se que a probabilidade de transplante dos pacientes indicados, inscritos para o transplante e os que estão em uma faixa etária reduzida é maior. A diabetes mellitus possui um efeito redutor de 35% no risco de realização de transplante. Todas as estimativas apresentaram direções contrárias às obtidas pelo modelo de sobrevida para óbito.This study analyzes the characteristics of 14,419 chronic renal failure patients treated with hemodialysis and time to first kidney transplantation in the State of Rio de Janeiro, Brazil, from 1998 to 2002. Survival analysis methods were used, such as the Kaplan-Meier non-parametric method and the semi-parametric method with the Cox proportional hazards model. Besides the survival model for transplantation, time to death was analyzed to compare the two models' estimates. During the period studied, only 6.3% of patients received transplants, 32.4% were referred for transplantation, and 6.3% were included on the waiting list. Odds of transplantation were greater for those who had been referred, those on the waiting list, and younger patients. Diabetes mellitus reduced the probability of conducting transplantation by 35%. All the estimates showed directions opposite to those

  11. Manifestações musculoesqueléticas em pacientes submetidos à hemodiálise

    OpenAIRE

    Vieira,Walber Pinto; Gomes,Kirla Wagner Poti; Frota,Niedja Bezerra; Andrade,José Eyorand Castelo Branco; Vieira,Rejane Maria Rodrigues de Abreu; Moura,Francisca Edwiges Araújo; Vieira,Francisco José Fernandes

    2005-01-01

    As anormalidades musculoesqueléticas em pacientes submetidos à hemodiálise são numerosas e freqüentes, sendo mais prevalentes naqueles em tratamento dialítico de longa duração. A artralgia é o sintoma mais comum, ocorrendo em mais de 70% dos pacientes. O hiperparatireoidismo secundário é a principal causa da doença renal óssea, e as manifestações clínicas são: dor óssea, artralgia e prurido. A amiloidose, decorrente da deposição de proteína beta2-microglobulina nos tecidos, manifesta-se pela ...

  12. Manifestações bucais em pacientes submetidos à quimioterapia

    OpenAIRE

    Hespanhol,Fernando Luiz; Tinoco,Eduardo Muniz Barretto; Teixeira,Henrique Guilherme de Castro; Falabella,Márcio Eduardo Vieira; Assis,Neuza Maria de Souza Picorelli

    2010-01-01

    Em decorrência da quimioterapia, alterações na cavidade oral podem ser observadas e levar a complicações sistêmicas importantes, podendo aumentar o tempo de internação hospitalar, os custos do tratamento e afetar diretamente a qualidade de vida dos pacientes. Este trabalho teve como objetivo realizar uma pesquisa em um hospital de oncologia da cidade de Juiz de Fora (MG), sendo realizado através de coleta de dados nos prontuários de pacientes que estiveram em tratamento oncológico, onde foram...

  13. Prevalência e fatores associados à obesidade abdominal em pacientes em hemodiálise em Goiânia - GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Tereza Vaz de Souza Freitas

    2013-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A presença de excesso de peso, especialmente obesidade visceral, contribui para o maior risco de complicações metabólicas e cardiovasculares em pacientes com doença renal crônica. OBJETIVO: Determinar a prevalência e os fatores associados à obesidade abdominal em pacientes em hemodiálise (HD. MÉTODOS: Estudo transversal com 344 pacientes maiores de 18 anos. A obesidade abdominal foi definida pela circunferência da cintura > 94 cm nos homens e > 80 cm nas mulheres. As variáveis independentes envolveram aspectos socioeconômicos, demográficos, hábitos de vida, tempo em HD, consumo alimentar e índice de massa corporal (IMC. A análise dos fatores associados foi realizada por regressão de Poisson múltipla, permanecendo no modelo final as variáveis com p 25 kg/m². Nos homens, a classe econômica D/E também permaneceu associada à obesidade abdominal, p < 0,05. CONCLUSÃO: Observou-se alta prevalência de obesidade abdominal em pacientes em hemodiálise. Idade superior a 40 anos, classes econômicas mais baixas, ingestão proteica inferior ao recomendado e excesso de peso foram associados à obesidade abdominal.

  14. Desempenho cognitivo em pacientes operados de aneurisma cerebral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FOBE JEAN-LUC

    1999-01-01

    Full Text Available Vinte e cinco pacientes operados de aneurisma cerebral foram submetidos a avaliação cognitiva pós operatória tardia para linguagem, praxia, orientação, lógica, compreensão, memória, depressão, demência e gnosia visual. Os resultados foram correlacionados com idade, escala de Hunt-Hess à admissão, lado, local e tamanho do aneurisma, sangue à TC (Fisher, vaso-espasmo angiográfico (George. Déficit cognitivo tardio estava ausente em 8 pacientes (32%, era leve em 5 (20%, moderado em 6 (24% e grave em 6 (24%. A função cognitiva isoladamente mais alterada foi a da lógica com acometimento moderado e grave em 7 pacientes (28%, seguida de praxia em 6 (24%, orientação em 5 (20%, linguagem e memória em 4 (16%. A alteração gnósica visual, demência e depressão foram pouco frequentes. A compreensão estava levemente alterada em 3 pacientes. Na faixa etária 25-50 anos ocorreu melhor resultado cognitivo com sequela inexistente ou leve em 9 pacientes (75%. Os aneurismas da artéria comunicante posterior direita apresentaram déficit cognitivo tardio ausente ou leve em 5 pacientes (71,42%, os da artéria cerebral média direita apresentaram resultado equivalente em 2 (66,66%. Os aneurismas de artéria cerebral média esquerda apresentaram o pior resultado com sequela cognitiva moderada e grave em 5 pacientes (71,42%. As sequelas neuropsicológicas tardias apresentaram correlação direta com a idade, Hunt-Hess, sangue à TC, vaso-espasmo angiográfico e localização anatômica do aneurisma.

  15. Miastenia gravis: resultados de timectomia em 52 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Teotonio de Oliveira

    1995-06-01

    Full Text Available Durante o período de 1971 a 1993, 52 miastênicos sem timoma (7 homens e 45 mulheres foram timectomizados por via esternal. Os resultados foram classificados em remissão e não-remissão . A taxa de remissão foi 48%. No grupo de remissões havia 5 homens e 20 mulheres. O tempo de seguimento foi de 5,5 anos em ambos os grupos. Os pacientes foram classificados clinicamente segundo a classificação de Osserman. De 16 pacientes na categoria II A, 11 entraram em remissão; de 36 pacientes nas categorias II B e III, 14 entraram em remissão. O tempo de duração de doença foi de 1,8 e 4,3 anos nos grupos de remissões e não-remissões, respectivamente. Todos os pacientes que entraram em remissão tinham menos de quatro anos de doença. Dos 43 pacientes com menos de quatro anos de doença, 42% não apresentaram remissão significando que um tempo de doença de menos de quatro anos não é indicador de remissão. Nossos dados indicam um melhor prognóstico quando a timectomia é feita nos primeiros quatro anos de doença.

  16. Avaliação do estado nutricional em pacientes renais crônicos em hemodiálise = Assessment of nutritional status in chronic renal failure patients on hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dobner, Taise

    2014-01-01

    Conclusões: Houve elevada prevalência de excesso de peso avaliado pelo índice de massa corporal, enquanto a maioria dos pacientes apresentou depleção nutricional nas demais variáveis antropométricas, com concomitante diminuição da albumina e da massa magra, após o período de hemodiálise

  17. Associações entre ingestão energética, proteica e de fósforo em pacientes portadores de doença renal crônica em tratamento hemodialítico Associations between energy, protein, and phosphorus intakes in patients with chronic kidney disease on hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Entrudo Pinto

    2009-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A nutrição desempenha papel fundamental nas doenças renais. A recomendação nutricional deve ofertar uma dieta hiperproteica, adequada em energia e fósforo segundo o Kidney Disease Outcomes Quality Initiative (K/DOQI. É necessário controlar e/ou prevenir as complicações da Doença Renal Crônica (DRC, pois ela impõe desafios clínicos diretamente ligados ao estado nutricional. OBJETIVO: Investigar as associações entre a ingestão energética, proteica e de fósforo em pacientes em hemodiálise (HD. PACIENTES E MÉTODOS: Estudo observacional envolvendo 72 pacientes em HD, em dois hospitais de Porto Alegre/RS/Brasil. Foram coletados dados referentes ao perfil antropométrico (peso, altura e índice de massa corporal - IMC e do registro alimentar de três dias (ingestão de energia, proteína e fósforo. O teste de correlação de Spearman foi utilizado para avaliar as associações entre as variáveis do registro alimentar (p INTRODUCTION: Nutrition plays an important role in kidney disease. The nutritional recommendation is to offer a high-protein diet, adequate in energy and phosphorus according to the Kidney Disease Outcomes Quality Initiative (K/DOQI guidelines. Control and/or prevention of the complications of chronic kidney disease (CKD are essential, because CKD poses clinical challenges directly related to the nutritional status. OBJECTIVE: To investigate the possible associations between energy, protein, and phosphorus intakes in hemodialysis (HD patients. METHODS: Observational study involving 72 HD patients from two hospitals in the city of Porto Alegre, Brazil. Anthropometric data [weight, height, body mass index (IMB] were collected and three-day food intake (daily energy, protein, and phosphorus intakes was recorded. Spearman correlation was used to evaluate associations between food intake variables (p < 0.05. RESULTS: The energy, protein, and phosphorus intakes were 28 ± 10 kcal/kg/day, 1,1 ± 0.4 g

  18. Prevalência de Fatores de Risco Cardiovascular em Pacientes em Hemodiálise - O Estudo CORDIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayme Eduardo Burmeister

    2014-06-01

    Full Text Available Fundamentos: Há uma carência de dados epidemiológicos sobre o perfil de risco cardiovascular nos pacientes renais crônicos em hemodiálise no Brasil. Objetivo: O estudo CORDIAL foi planejado para avaliar fatores de risco cardiovascular e acompanhar a evolução de uma população em programa de hemodiálise numa cidade metropolitana do Brasil. Métodos: Todos os pacientes em hemodiálise por doença renal crônica nos quinze centros de nefrologia de Porto Alegre foram considerados para inclusão na fase inicial do estudo CORDIAL. Dados clínicos, laboratoriais e demográficos foram obtidos nos registros médicos, e em entrevistas individuais estruturadas realizadas com todos os pacientes por pesquisadores treinados. Resultados: Foram incluídos 1215 pacientes (97,3% de todos os que estavam em hemodiálise na cidade de Porto Alegre. A média de idade era 58,3 anos, 59,5% eram homens e 62,8% eram brancos. A prevalência de fatores de risco cardiovascular encontrada foi 87,5% para hipertensão, 84,7% para dislipidemia, 73,1% para sedentarismo, 53,7% para tabagismo e 35,8% para diabetes. Em uma análise multivariada ajustada, sedentarismo (p = 0,032; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,15, dislipidemia (p = 0,019; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,14, e obesidade (p < 0,001; RP 1,96 - IC95%: 1,45-2,63 foram mais frequentes em mulheres; e hipertensão (p = 0,018; PR 1,06 - IC95%: 1,01-1,11 e tabagismo (p = 0,006; RP 2,7 - IC95%: 1,79-4,17 foram mais frequentes naqueles com menos de 65 anos. Sedentarismo apresentou uma associação independente com tempo em diálise inferior a 12 meses (p < 0,001; RP 1,23 - IC95%: 1,14-1,33. Conclusão: Pacientes em hemodiálise nesta metrópole do sul do Brasil apresentaram uma prevalência elevada de fatores de risco cardiovascular similar a diversos países do hemisfério norte.

  19. Ectopic and extranumerary parathyroid glands location in patients with hyperparathyroidism secondary to end stage renal disease Localização de paratireóides ectópicas e extranumerárias em pacientes com hiperparatireoidismo secundário à insuficiência renal crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Maria Santos Gomes

    2007-04-01

    Full Text Available Supranumerary or ectopic parathyroid glands are the main cause of persistent hyperparathyroidism (HPT in patients with end stage renal disease (ESRD submitted to parathyroidectomy (PTx. PURPOSE: To evaluate the prevalence and location of parathyroid glands in these patients. METHODS: Thirty-five patients with ESRD and severe secondary hyperparathyroidism (HPT2 had been submitted to total PTx at HUCFF from December 2001 to July 2005. Surgery was always performed by the same surgeon, who described in details the location of the glands. RESULTS: Sixteen patients (45.7% had ectopic glands, which were also extranumerary in five of them (14.3%. The most common locations were the thyroid parenchyma (33.3%, thyroid-thymus conduit (18.5%, and thymus (14.8%. Before PTx, the sensibility of ultrasonography and scintigraphy with technetium-99m Sestamibi was low (48.3% and 35.3%, respectively. Moreover, 51.4% of the nodules found at US were thyroid nodules. However, 99mTc-Sestamibi was useful to identify ectopic glands in those two patients with persistent HPT after PTx. CONCLUSION: The presence of extranumerary and ectopic parathyroid glands in HPT2 is sufficiently important to justify their exhaustive search. As the preoperative image exams present low sensibility to locate them, it is necessary to develop an exploratory routine embracing the most common sites of location.A principal causa cirúrgica de persistência da doença após paratireoidectomia no hiperparatireoidismo secundário à insuficiência renal crônica (HPT2 é a existência de paratireóides supranumerárias e/ou ectópicas. OBJETIVO: Avaliar o número, prevalência de ectopia e localizações mais comuns das paratireóides nestes pacientes. MÉTODOS: Acompanhamos prospectivamente pacientes com HPT2, submetidos à paratireoidectomia no HUCFF, entre dezembro/2001 e julho/2005. Todos foram operados pelo mesmo cirurgião, que descreveu detalhadamente a localização das paratire

  20. Comparacao dos criterios RIFLE, AKIN e KDIGO quanto a capacidade de predicao de mortalidade em pacientes graves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita Machado Levi

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: A lesão renal aguda é uma complicação comum em pacientes gravemente enfermos, sendo os critérios RIFLE, AKIN e KDIGO utilizados para sua classificação. Esse trabalho teve como objetivo a comparação dos critérios citados quanto à capacidade de predição de mortalidade em pacientes gravemente enfermos. Métodos: Estudo de coorte prospectiva, utilizando como fonte de dados prontuários médicos. Foram incluídos todos os pacientes admitidos na unidade de terapia intensiva. Os critérios de exclusão foram tempo de internamento menor que 24 horas e doença renal crônica dialítica. Os pacientes foram acompanhados até a alta ou óbito Para análise dos dados, foram utilizados os testes t de Student, qui-quadrado, regressão logística multivariada e curva ROC. Resultados: A média de idade foi de 64 anos, com mulheres e afrodescendentes representando maioria. Segundo o RIFLE, a taxa de mortalidade foi de 17,74%, 22,58%, 24,19% e 35,48% para pacientes sem lesão renal aguda e em estágios Risk, Injury e Failure, respectivamente. Quanto ao AKIN, a taxa de mortalidade foi de 17,74%, 29,03%, 12,90% e 40,32% para pacientes sem lesão renal aguda, estágio I, estágio II e estágio III, respectivamente. Considerando o KDIGO 2012, a taxa de mortalidade foi de 17,74%, 29,03%, 11,29% e 41,94% para pacientes sem lesão renal aguda, estágio I, estágio II e estágio III, respectivamente. As três classificações apresentaram resultados de curvas ROC para mortalidade semelhantes. Conclusão: Os critérios RIFLE, AKIN e KDIGO apresentaram-se como boas ferramentas para predição de mortalidade em pacientes graves, não havendo diferença relevante entre os mesmos.

  1. Meningite e endocardite infecciosa causada por Rhodotorula mucilaginosa em paciente imunocompetente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Henrique Loss

    2011-12-01

    Full Text Available Os autores relatam o caso de um homem imunocompetente admitido com comprometimento agudo do sistema nervoso, crise hipertensiva e insuficiência renal, vindo a receber diagnóstico de meningite e endocardite infecciosa por Rhodotorula mucilaginosa. Até onde sabemos, esta é a primeira descrição de infecção simultânea das meninges e do endotélio causada por Rhodotorula em um paciente sem comprometimento imunológico.

  2. Psicoterapia em grupo de pacientes com transtorno afetivo bipolar

    OpenAIRE

    Gomes,Bernardo Carramão; Lafer,Beny

    2007-01-01

    CONTEXTO: Vem crescendo nos últimos anos o número de estudos com abordagens psicoterápicas no tratamento de pacientes com transtorno afetivo bipolar. Contudo, pouco ainda se sabe sobre o efeito que tem estas abordagens nestes pacientes. OBJETIVO: Avaliar a efetividade da terapia de grupo no tratamento do transtorno afetivo bipolar. MÉTODO: Levantamento bibliográfico no Medline, Lilacs, PubMed e ISI de artigos publicados em língua inglesa no período de 1975 a 2005 e busca manual com base na bi...

  3. Níveis séricos de vitamina D e periodontite crônica em pacientes com doença renal crônica Serum levels of vitamin D and chronic periodontitis in patients with chronic kidney disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessica do Amaral Bastos

    2013-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO A concomitância de periodontite crônica (PC em pacientes com doença renal crônica (DRC tem sido associada a desfechos adversos. A deficiência de vitamina D (25(OHD parece desempenhar papel importante na PC e níveis inadequados de vitamina D têm sido descritos em pacientes com DRC. OBJETIVO: Examinar a relação entre níveis séricos de vitamina D e PC em pacientes com DRC pré-dialítica. MÉTODO: Estudo de caso-controle, definidos, respectivamente, como pacientes com DRC e PC e DRC sem PC. Os dados demográficos, de exame físico e laboratoriais foram obtidos no dia da consulta. A DRC foi definida e estagiada segundo a NKF QDOKI TM. Os níveis séricos de 25(OH D foram dosados por quimioluminescência quando da avaliação da PC, a qual foi caracterizada segundo os critérios de Academia Americana de Periodontologia (1999. Os resultados de 25(OHD foram estratificados em deficiência ( 30 ηg/mL. RESULTADOS: Um total de 29 pacientes foram estudados, 15 no grupo caso e 14 no grupo controle. Os pacientes casos apresentaram mediana de 25(OH D inferior a dos pacientes controles (22,6 vs. 28,6 ηg/mL; p INTRODUCTION: Concomitance of chronic periodontitis (CP in patients with chronic kidney disease (CKD have been associated with adverse outcomes. Vitamin D (25(OHD deficiency my play a role in CP and inadequate vitamin D status is common among patients with CKD. OBJECTIVE: To examine the relationship between vitamin 25(OHD and CP in patients with CKD not yet on dialysis. METHOD: A case-control study was conducted. Cases and controls were defined as patients with CKD with and without CP, respectively. The demographic, clinical and laboratory data were obtained when the patient was attended in the outpatient clinic. CKD was defined and staged according to the NKF QDOKI TM. Serum 25(OH D levels were measured by chemiluminescence when assessing the CP, which was definined according to the American Academy of Periodontoly (1999. Serum

  4. Anestesia para craniotomia em paciente acordado: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Davi Bolzani

    2013-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Alguns procedimentos intracranianos são possíveis com pacientes acordados e os desafios vão da cooperação do paciente até a homeostasia. O objetivo é apresentar um caso de cirurgia intracraniana para exérese de tumor em lobo parietal esquerdo com o paciente em estado vígil. RELATO DE CASO: Após seleção do paciente e preparo psicológico, foi esclarecida e aceita a proposta de exérese de lesão parietal esquerda em estado vígil. Administraram-se propofol e remifentanil em perfusão contínua para manter o escore de Ramsay entre 2-3. Foi feito um bloqueio bilateral do escalpo com ropivacaína. Foi instalado o fixador de Mayfield e os campos cirúrgicos foram ajustados para manter vias aéreas e olhos acessíveis para o mapeamento com eletroestimulação e exérese da lesão. Para incisão da dura-máter foi aplicada uma compressa com lidocaína 2% por três minutos. A cirurgia transcorreu sem intercorrências. O paciente recebeu alta hospitalar no sétimo dia de internação sem apresentar complicação. CONCLUSÃO: Apesar de ser um desafio manter analgesia e estabilidade hemodinâmica com o paciente acordado, a infusão alvo-controlada do propofol estabeleceu o nível de consciência desejado; a do remifentanil titulou a analgesia e a sedação sem o acúmulo da droga e o bloqueio com a ropivacaína, uma analgesia satisfatória. Concluímos que a técnica anestésica foi satisfatória para nosso paciente.

  5. Sangramento intracraniano em paciente hemofílico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carolina Pereira da Rocha

    2016-10-01

    Full Text Available Introdução: A hemofilia é uma coagulopatia congênita ou adquirida na qual há deficiência de fatores VIII (Hemofilia A e IX (Hemofilia B. A doença não tem cura e é classificada em leve, moderada ou grave conforme o grau de atividade coagulante do fator deficiente. O quadro clínico clássico é a presença e hematomas e hemartroses, mas também pode haver hematúria, hemorragia de rinofaringe ou língua, epistaxe, melena, hematêmese, sangramentos abdominais, torácicos e no sistema nervoso central. Objetivos: Relatar um caso de hemorragia intracraniana em um paciente portador de hemofilia A e comparar com os dados da literatura. Metodologia: As informações foram obtidas por meio de revisão do prontuário e acompanhamento da evolução do paciente, entrevista com o acompanhante do paciente e revisão da literatura. Relato do Caso: Paciente de 20 meses, portador de hemofilia A moderada, é levado ao Pronto Atendimento com queixa de irritabilidade, sonolência e náuseas há 3 dias. É encaminhado ao Conjunto Hospitalar de Sorocaba por suspeita de sangramento intracraniano. Conclusão: O diagnóstico de hemorragia intracraniana em pacientes hemofílicos deve ser questionado sempre que há alterações do estado de consciência ou do estado neurológico normal, mesmo que discretas. As medidas apropriadas aumentam as chances de bom prognóstico e ausência de sequelas neurológicas.

  6. Impacto da terapia renal substitutiva na funcao respiratoria de pacientes sob ventilacao mecanica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Maia Lopes

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o comportamento da oxigenação e da mecânica ventilatória em pacientes com suporte ventilatório após a realização de hemodiálise. MÉTODOS: Estudo realizado na unidade de terapia intensiva geral de um hospital público terciário. Foram incluídos pacientes maiores de 18 anos, sob ventilação mecânica, com necessidade de suporte dialítico. Cada paciente foi submetido a duas avaliações (pré e pós-diálise referentes a parâmetros cardiovasculares e ventilatórios, mecânica ventilatória e avaliação laboratorial. RESULTADOS: Foram incluídos 80 pacientes com insuficiência renal aguda e crônica. A análise da mecânica ventilatória demonstrou que houve redução da pressão de platô e aumento da complacência estática, após diálise, independentemente da redução da volemia. Pacientes com insuficiência renal aguda também apresentaram redução da pressão de pico (p=0,024 e aumento da complacência dinâmica (p=0,026, enquanto pacientes com insuficiência renal crônica apresentaram aumento da pressão resistiva (p=0,046 e da resistência do sistema respiratório (p=0,044. No grupo de pacientes sem perda volêmica, após diálise, observou-se aumento da pressão resistiva (p=0,010 e da resistência do sistema respiratório (p=0,020, enquanto no grupo com perda >2.000mL observou-se redução da pressão de pico (p=0,027. Não houve alteração na PaO2 e nem na relação PaO2/FiO2. CONCLUSÃO: A hemodiálise foi capaz de alterar a mecânica do sistema respiratório, especificamente reduzindo a pressão de platô e aumentando a complacência estática, independente da redução da volemia.

  7. Agenesia renal unilateral e criptorquidismo ipsilateral em um felino: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E.R. Santos

    2015-04-01

    Full Text Available A agenesia renal é uma afecção congênita rara na espécie felina, frequentemente associada a uma malformação reprodutiva. O presente trabalho relata o caso de um felino com agenesia renal unilateral associada a criptorquidismo ipsilateral, com ênfase no diagnóstico, tratamento e acompanhamento. O paciente foi conduzido ao Hospital de Clínicas Veterinárias da Universidade Federal do Rio Grande do Sul para avaliação de criptorquidismo. A agenesia renal foi um achado durante a ecografia abdominal do felino. Durante a laparotomia, foi confirmada a ausência do rim e ureter direito, hipertrofia do rim esquerdo e presença de um testículo ectópico. O paciente teve alta após a recuperação anestésica e se mantém clinicamente estável, transcorridos seis meses da cirurgia. A agenesia renal unilateral é uma condição compatível com a vida, contanto que o rim existente apresente funcionamento aceitável. Assim, sugere-se que a possibilidade de rim único em felinos criptorquidas deve ser investigada sempre que possível, tendo em vista a alta correlação entre essas malformações, e objetivando um acompanhamento da função renal do paciente ao longo da vida.

  8. Compromiso renal en pacientes HIV+ Renal abnormalities in HIV infected patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Marta Pernasetti

    2010-06-01

    Full Text Available Varias complicaciones nefrológicas pueden ocurrir durante la infección por el virus de la inmunodeficiencia humana (HIV especialmente en estadios avanzados de la enfermedad o relacionadas con otras infecciones o drogas. Poco conocida es la prevalencia de alteraciones renales subclínicas de pacientes HIV+ surgidas como complicación o relacionadas a la infección y/o tratamiento. Realizamos un corte transversal de pacientes asintomáticos HIV+ referidos en forma consecutiva al consultorio de nefrología para la detección de alteraciones nefrológicas. Se estudiaron 52 pacientes adultos mediante exámenes de sangre y orina, ultrasonido y biopsia renal. Edad media 39.9 ± 10.6 años, 88% varones, tiempo de diagnóstico de la infección: 53.2 ± 41.2 (2-127 meses. El 71% tenían síndrome de inmunodeficiencia adquirida (HIV-sida y el 77% recibían con antirretrovirales. La carga viral al momento del estudio fue 7043 ± 3322 copias y el recuento de CD4+ 484 ± 39 cel/mm³. El 30.7% presentó alteraciones del sedimento urinario: albuminuria: 16.6%, hematuria microscópica: 11.5%, hipercalciuria: 10.8% y cristaluria 6%. La media del filtrado glomerular fue 102.2 ± 22.9 ml/min (rango: 34-149. El 41% presentó anormalidades que corresponderían a enfermedad renal crónica (estadios 1 a 3. Los pacientes con alteraciones tenían mayor edad, con duración más prolongada de la infección. Las anomalías renales no se asociaron con mayor prevalencia de HIV-sida. Dos pacientes fueron biopsiados, con hallazgos de nefritis túbulo-intersticial crónica con cristales y glomerulonefritis por IgA. No hubo hallazgos de nefropatía por HIV. El amplio espectro y la alta prevalencia de anormalidades nefrológicas subclínicas encontradas sugieren que los pacientes asintomáticos HIV+ deberían realizar evaluaciones nefrológicas de rutina.Several renal complications may occur during HIV infection, especially in advanced stages related to HIV, to other infectious

  9. Montreal Cognitive Assessment (MoCA no rastreio de comprometimento cognitivo leve (CCL em pacientes com doença renal crônica (DRC pré-dialítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilise de Andrade Paraizo

    2016-03-01

    Full Text Available Resumo Introdução: Indivíduos com doença renal crônica (DRC têm grande risco de desenvolver comprometimento cognitivo (CC, inicialmente leve (CCL, passível de identificação, mas ainda subdiagnosticado e subtratado. O Montreal Cognitive Assessment (MoCA vem sendo indicado para rastreio de CCL na DRC. Objetivo: Avaliar o CCL em indivíduos com DRC pré-dialítica. Métodos: O estudo foi realizado em 72 indivíduos, não idosos, com DRC nos estágios pré-dialíticos. A avaliação neuropsicológica incluiu: o teste de cognição global MoCA; o teste do relógio (TDR; o Digit Span ordem direta (DOD e inversa (DOI; o teste de fluência verbal (FV, fonêmica (FAS e semântica (animais; o punho-borda-mão (PBM; e de memória 10 figuras. Resultados: A média de idade dos participantes foi de 56,74 ± 7,63 anos, com predominância de homens (55,6%, com escolaridade ≥ 4 anos (84,3%, a maioria com DRC 1, 2 e 3a e 3b (67,6%, hipertensa (93,1% e diabética (52,1%. O CC (MoCA ≤ 24 foi observado em 73,6% dos usuários. Não encontramos associação das variáveis demográficas e clínicas com CC, mas tendência de associação com a idade (p = 0,07, com a escolaridade (p = 0,06 e com o DM (0,06. Os testes de função executiva, TDR, DOI e PBM, isoladamente, apresentaram boa sensibilidade e valor preditivo negativo comparados ao MoCA para a identificação de CC e, em conjunto, foram capazes de predizer o resultado do MoCA. Conclusão: O CCL é frequente em usuários não idosos com DRC pré-dialítica. O TDR, DOI e PBM associados são equivalentes ao MoCA na identificação do CC nessa população, sugerindo comprometimento de funções executivas.

  10. Massa óssea em pacientes com anorexia nervosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos Evaldo dos

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a ingestão diária de cálcio e estabelecer sua correlação com a densidade óssea de pacientes com anorexia nervos. PACIENTES E MÉTODOS: quatorze mulheres com anorexia nervosa registraram, em diário alimentar padronizado, sua ingestão em 24 horas e foram submetidas ao exame de densitometria óssea. A análise estatística foi feita pelos testes do c² e correlação de Pearson, adotando-se como significância estatística p<0,05. RESULTADOS: a média da densidade óssea na coluna lombar foi de 0,95 ± 0,15 e no colo do fêmur foi de 0,88 ± 0,26. Houve correlação significativa entre o tempo de amenorréia e a perda de massa óssea, tanto na coluna lombar (r=-0,65; p=0,01 como no fêmur (r=-0,71; (p=0,0068. Com exceção de uma paciente, todas apresentavam ingestão de cálcio inferior ao recomendado pelo RDA, com média de 554,5 mg/dia (variando de 120 a 840 mg/dia. Observou-se que 64% das pacientes apresentavam algum grau de perda de massa óssea (osteopenia ou osteoporose na coluna e 57% no fêmur. Das seis pacientes com déficit na ingestão de cálcio inferior a 60%, nenhuma apresentou osteoporose, ao passo que das oito pacientes com déficit superior a 60% na ingestão de cálcio, três tinham osteoporose. CONCLUSÃO: Pacientes com anorexia nervosa têm baixa ingestão de cálcio e perda significativa de massa óssea, que estão diretamente relacionadas entre si. A baixa densidade óssea está, também, correlacionada com o tempo de amenorréia.

  11. Fatores de risco da sepse em pacientes queimados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jefferson Lessa S. de Macedo

    Full Text Available OBJETIVO: Os avanços no tratamento de queimados têm reduzido as taxas de mortalidade e melhorado a qualidade de vida das vítimas de queimaduras. Entretanto, a sepse continua sendo um desafio e umas das principais causas de óbito no queimado. O objetivo deste trabalho é investigar, através de um estudo caso-controle, os fatores de risco da sepse em pacientes queimados. MÉTODO: O estudo caso-controle foi conduzido durante 12 meses, compreendendo os pacientes que foram tratados em regime de internação hospitalar na Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN, Brasília-DF. RESULTADOS: Quarenta e nove (19,4% pacientes tiveram sepse, de um total de 252 queimados internados na Unidade de Queimados durante o periodo do estudo. Eles tiveram um ou no maximo tres episodios de sepse durante a internacao, totalizando 62 episodios. Vinte e seis (53,1% eram homens e a media de idade foi de 21,9 ± 18,9 anos (variacao de um a 89 anos. A superficie corporal queimada dos pacientes que tiveram sepse variou de sete a 84%, com uma media de 37,7 ± 18,4%, sendo significativamente superior aos controles. As principais bacterias causadoras de sepse foram Staphylococcus aureus (46,5%, Staphylococcus coagulase negativo (20,7%, Acinetobacter baumannii (12,1% e Enterobacter cloacae (12,1%. Trinta (61,2% pacientes tiveram seu primeiro episodio de sepse na primeira semana de internacao. Quanto aos fatores de risco para a ocorrencia de sepse, destacam-se os seguintes, conforme seu poder de associacao "odds ratio": o uso de tres ou mais cateteres, a presenca de duas ou mais complicacoes, a superficie corporal queimada > 30%, o agente chama aberta e o sexo feminino. No geral, a taxa de letalidade por sepse foi de 24,5%. CONCLUSÃO: Um melhor conhecimento dos fatores de risco da sepse no paciente queimado permite o tratamento precoce dessa complicação, com antibioticoterapia sistêmica adequada, contribuindo para reduzir a morbidade e a mortalidade

  12. Psoríase em paciente HIV positivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mario León Silva-Vergara

    1996-12-01

    Full Text Available Dois pacientes com síndrome de imunodeficiência adquirida (SIDA desenvolveram psoríase, um com quadro mais grave e outro com apresentação mais benigna, sendo tratados com zidovudine na dose oral de 200mg a cada oito horas. No primeiro caso, a resposta terapêutica foi completa e, após nove meses em esquema de manutenção, o paciente se apresenta sem nenhuma lesão. No segundo, a despeito de resposta evidente, após seis meses de tratamento, o paciente ainda apresenta descamação furfurãcea a nível dos membros inferiores, mesmo em uso de medicação.Two patients with the acquired immunodeficiency syndrome (AIDS developed psoriasis, one of them presenting the more severe form and the other one the milder form of the disease, were treated with zidovudine per oral via, 200mg 3 times a day. In the first case the therapeutical response was complete. No lesion was verified in the patient after 9 months under maintenance schedule. In the second case, despite the response being clear, after 6 months of treatment, the patient still presented furfuraceous scalings at limbs even under the medication schedule.

  13. Análise de marcadores celulares e moleculares de imunorregulação em biópsias de aloenxerto renal

    OpenAIRE

    Carina Nilsen Moreno

    2013-01-01

    O transplante renal é atualmente o tratamento de escolha para pacientes com doença renal crônica em estágio 5, devido aos seus melhores resultados na morbimortalidade e melhor qualidade de vida dos pacientes, quando comparado com o tratamento dialítico. No entanto, apesar desses resultados positivos, a sobrevida dos enxertos renais em longo prazo não se modificou. As principais causas de falências tardias do transplante renal são as alterações crônicas do enxerto, caracterizadas por component...

  14. Paniculite criptocócica em transplantado renal Cryptococcal panniculitis in a renal transplant recipient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz M. Trope

    2008-06-01

    Full Text Available Os autores relatam um caso de paniculite criptocócica em paciente transplantado renal inicialmente tratado como celulite bacteriana. O diagnóstico definitivo só foi possível pela impressão clínica dermatológica confirmada pelo exame micológico. O tratamento foi realizado a princípio com anfotericina B e posteriormente com fluconazol, considerando-se as interações das drogas imunossupressoras utilizadas para evitar rejeição. A regressão clínica foi alcançada no sexto mês de tratamento, que, no entanto, foi mantido por 12 meses. São feitas considerações a respeito dessa forma rara de criptococose cutânea em transplantado de órgão sólido e suas implicações diagnósticas e terapêuticas.The authors report a case of cryptococcal panniculitis in a renal transplant recipient,which was initially mistaken for bacterial cellulitis. Dermatological evaluation and laboratory studies led to the definitive diagnosis. Treatment was started with amphotericin B, followed by oral fluconazol, taking into consideration their interactions with the immunossupressive drugs. Even though clinical improvement was attained after six months, treatment was maintained during a whole year. We discuss this rare presentation of cutaneous cryptococcosis in a solid organ transplant recipient, as well as its diagnosis and therapy.

  15. Qualidade do sono em pacientes fibromiálgicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Florinda Freire Moro

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar a qualidade do sono em paciente fibromiálgicos, identificando seus principais hábitos noturnos e verificando os possíveis fatores que influenciam na qualidade do sono. Métodos: Pesquisa observacional, transversal, de caráter quantitativo, realizada em ambulatório de fisioterapia no período março a abril de 2012. Participaram 24 pacientes fibromiálgicos, independente do sexo e idade. Aplicou-se um questionário baseado no Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI para avaliar a qualidade e hábitos noturnos. As informações foram analisadas através de estatística descritiva. Resultados: Em relação à latência do sono, apenas 1 (4,2% leva para dormir um tempo menor ou igual a 15 min e 19 (79,2% apontaram dificuldade de “não adormecer em até 30 min” por mais de 3 vezes por semana. O componente “sentir dor” e o “acordar no meio da noite” tiveram maiores influências no distúrbio do sono destes pacientes. Quanto à duração do sono, 7 (29,2% dormem menos que 5 horas. Sobre a eficiência do sono, 12 (50,0% possuíam uma eficiência do sono superior a 85%, 10 (41,7% possuíam eficiência do sono entre 75-84% e apenas 2 (8,33% eficiência de 65-74%. Quanto ao uso de medicação para dormir, 12 (50% não usaram durante o mês e 12 (50% usavam entre 3 ou mais vezes durante a semana. Conclusão: Os pacientes com fibromialgia no presente estudo apresentaram um declínio na qualidade e eficiência do sono, sendo influenciados pela latência e duração do sono, presença de dor e despertar noturno. doi: 10.5020/18061230.2014.p72

  16. Qualidade do sono em pacientes fibromiálgicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Florinda Freire Moro

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar a qualidade do sono em paciente fibromiálgicos, identificando seus principais hábitos noturnos e verificando os possíveis fatores que influenciam na qualidade do sono. Métodos: Pesquisa observacional, transversal, de caráter quantitativo, realizada em ambulatório de fisioterapia no período março a abril de 2012. Participaram 24 pacientes fibromiálgicos, independente do sexo e idade. Aplicou-se um questionário baseado no Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI para avaliar a qualidade e hábitos noturnos. As informações foram analisadas através de estatística descritiva. Resultados: Em relação à latência do sono, apenas 1 (4,2% leva para dormir um tempo menor ou igual a 15 min e 19 (79,2% apontaram dificuldade de “não adormecer em até 30 min” por mais de 3 vezes por semana. O componente “sentir dor” e o “acordar no meio da noite” tiveram maiores influências no distúrbio do sono destes pacientes. Quanto à duração do sono, 7 (29,2% dormem menos que 5 horas. Sobre a eficiência do sono, 12 (50,0% possuíam uma eficiência do sono superior a 85%, 10 (41,7% possuíam eficiência do sono entre 75-84% e apenas 2 (8,33% eficiência de 65-74%. Quanto ao uso de medicação para dormir, 12 (50% não usaram durante o mês e 12 (50% usavam entre 3 ou mais vezes durante a semana. Conclusão: Os pacientes com fibromialgia no presente estudo apresentaram um declínio na qualidade e eficiência do sono, sendo influenciados pela latência e duração do sono, presença de dor e despertar noturno.

  17. Síndrome hemolítico-urêmica causada por gencitabina em uma paciente jovem com colangiocarcinoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    John Fredy Nieto-Ríos

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo A gencitabina é um fármaco utilizado no tratamento de vários tipos de neoplasias malignas. Há poucas descrições de associação entre a droga e a síndrome hemolítico-urêmica (SHU, apesar de os pacientes em questão terem ido a óbito em pelo menos 50% dos casos. O presente artigo relata o caso de uma paciente com 25 anos de idade em remissão diagnosticada com colangiocarcinoma que apresentou anemia hemolítica microangiopática acompanhada de insuficiência renal aguda anúrica após cinco ciclos de quimioterapia com gencitabina; as manifestações eram condizentes com SHU causada pelos efeitos colaterais do medicamento. A administração de gencitabina foi interrompida, e a paciente foi tratada com hemodiálise, transfusões de sangue, trocas de plasma, corticosteroides, doxiciclina e rituximabe. Foi atingido um desfecho favorável; mais especificamente, a hemólise foi controlada e a função renal foi plenamente restabelecida.

  18. FRACASO RENAL AGUDO EN EL PACIENTE ONCOLOGICO. ANALISIS CLINICO Y PRONOSTICO.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Purroy A,

    2004-01-01

    Full Text Available RESUMEN: El fracaso renal agudo es un problema frecuente en el paciente oncológico, que plantea limitaciones en el pronóstico y en el planteamiento terapeútico. El desarrollo de registros de pacientes oncológicos con fracaso renal agudo permite analizar el perfil clínico y plantear aspectos a desarrollar desde el punto de vista terapeútico y sobre todo preventivo. El empleo de determinados índices pronósticos como el ISI (Liaño o el de fallo multiorgánico permite evaluar mejor este perfil clínico. En nuestra experiencia el fracaso renal agudo en el paciente oncológico es una complicación frecuente y relacionada con el proceso de base. Mediante este registro de pacientes hemos identificado un perfil clínico de alto riesgo consistente en un paciente con un fallo renal asociado a un proceso infeccioso, con insuficiencia respiratoria, oligúrico y con una puntuación elevada de esos índices pronósticos.

  19. Perfil cardiovascular em pacientes com apneia obstrutiva do sono

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Dumas Cintra

    2011-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Apneia Obstrutiva do Sono (AOS é um fator de risco para várias condições cardiovasculares incluindo aumento na mortalidade cardiovascular. Sendo assim, é essencial o conhecimento das principais repercussões cardiovasculares dos distúrbios respiratórios do sono durante uma avaliação clínica. OBJETIVO: Analisar as características cardiovasculares de pacientes com AOS. MÉTODOS: Pacientes submetidos a polissonografia basal foram consecutivamente selecionados do banco de dados do Instituto do Sono entre março de 2007 e março de 2009. Todos os pacientes foram orientados a comparecer ao ambulatório para coleta de sangue, exame físico, eletrocardiograma de 12 derivações, espirometria, teste cardiopulmonar em esteira ergométrica e ecocardiograma transtorácico. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética e pesquisa e registrado no site http://clinicaltrials.gov/ sob o número: NCT00768625. RESULTADOS: Foram analisados 261 pacientes e 108 controles. As principais características dos pacientes com AOS foram: obesidade, hipertensão, baixos níveis plasmáticos de lipoproteínas de alta densidade (HDL e aumento no diâmetro do átrio esquerdo quando comparados com controles (3,75 ± 0,42; 3,61 ± 0,41, p = 0,001, respectivamente. Essas características associadas correspondem a um acréscimo de 16,6 vezes na probabilidade de ocorrência de AOS independentemente do relato de algum sintoma dessa desordem, como sonolência ou ronco. CONCLUSÃO: Na amostra avaliada, o perfil cardiovascular dos pacientes com AOS mais encontrado foi: obesidade, hipertensão arterial, baixos níveis plasmáticos de HDL e átrio esquerdo com diâmetro aumentado.

  20. Sobrecarga de trabalho da Enfermagem e incidentes e eventos adversos em pacientes internados em UTI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Cristina Zago Novaretti

    2014-10-01

    Full Text Available Estudo prospectivo, tipo coorte que visou identificar a influência da sobrecarga de trabalho da Enfermagem na ocorrência de incidentes sem lesão e eventos adversos em 399 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI. Para coleta de dados, foi aplicado um questionário estruturado e feita análise de prontuários. Nessas admissões, aproximadamente 78% dos incidentes sem lesão e eventos adversos em pacientes foram relacionados à esfera da Enfermagem. Essas ocorrências foram atribuídas à sobrecarga de trabalho, aumentaram o número de dias de internação e o risco de óbito dos pacientes estudados. É fundamental que os gerentes de enfermagem atuem no processo de gestão de pessoas no âmbito hospitalar, evitando a sobrecarga de trabalho e proporcionando, consequentemente, aumento da segurança do paciente.

  1. Co-morbidades e mortalidade de pacientes com doença renal: atendimento terceirizado de nefrologia Co-morbilidad y mortalidad de pacientes con enfermedad renal: atendimiento tercerizado de nefrología Comorbidities and mortality among patients with renal disease: contractual nephrology care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Celedonio de Oliveira

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar as causas de co-morbidades e mortalidade de pacientes com insuficiência renal aguda atendidos na Clínica SARA no ano de 2007; analisar as variáveis pessoais, as co-morbidades e os fatores de risco para mortalidade desses pacientes. MÉTODOS: Estudo descritivo, retrospectivo, quantitativo, abrangendo 232 portadores de insuficiência renal aguda (IRA, em terapia hemodialítica no ano de e, os dados foram coletados através dos prontuários desses pacientes. RESULTADOS: Do total de 232 pacientes, 140 (60,3% pacientes eram do sexo masculino; houve predominância de pacientes com idade entre 61 a 80 anos (37% e o atendimento, na maioria das vezes, foi em Unidade de Terapia Intensiva (66,4%. Dentre as causas de internamento, houve predominância das IRA (87,9%. CONCLUSÃO: Destacam-se, entre as co-morbidades, a insuficiência, infecção respiratória, a hipertensão arterial sistêmica e sepse. As principais causas de óbitos foram a insuficiência respiratória e a sepse.OBJETIVOS: Identificar las causas de comorbidades y mortalidad de pacientes con insuficiencia renal aguda atendidos en la Clínica SARA en el año 2007; analizar las variables personales, las comorbidades y los factores de riesgo de la mortalidad de esos pacientes. MÉTODOS: Estudio descriptivo, retrospectivo, cuantitativo, en la que participaron 232 portadores de insuficiencia renal aguda (IRA, en terapia de hemodiálisis en el año de 2007 y, los datos fueron recolectados de las historias clínicas de esos pacientes. RESULTADOS: Del total de 232 pacientes, 140 (60,3% pacientes eran del sexo masculino; hubo predominio de pacientes con edad entre 61 a 80 años (37% y la atención, en la mayoría de veces, fue en la Unidad de Cuidados Intensivos (66,4%. Entre las causas de internamiento, hubo predominio de las IRA (87,9%. CONCLUSIÓN: Se destacan, entre las comorbidades, la insuficiencia, infección respiratoria, la hipertensión arterial sistémica y la

  2. Doenças renais em pacientes idosos submetidos à biópsia percutânea de rins nativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudine Maria Jorge de Oliveira

    2010-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Tem ocorrido aumento da população de idosos e estes vêm envelhecendo em melhores condições clínicas do que no passado. Entretanto, a distribuição e evolução das doenças renais nos idosos ainda são pouco conhecidas, em parte devido à resistência em indicar biópsia renal. OBJETIVO: Avaliar a distribuição, a evolução e as características clínicas das nefropatias diagnosticadas por biópsia em pacientes idosos. PACIENTES E MÉTODOS: Foram avaliadas todas as biópsias renais percutâneas de rins nativos. Elas foram realizadas entre janeiro de 1990 e dezembro de 2006 em 71 pacientes com idade mínima de 60 anos (67,3 ± 6,5 anos, sendo 47 do gênero masculino e 24 do feminino. Os pacientes foram agrupados conforme a indicação clínica da biópsia. RESULTADOS: Síndrome nefrótica foi verificada em 35 pacientes (49,3% associada, na maioria dos casos, à nefropatia membranosa (17 casos, seguida por amiloidose e glomeruloesclerose segmentar e focal com 7 casos cada. Hipótese diagnóstica de injúria renal aguda (IRA, com 19 pacientes, teve como principais diagnósticos a necrose tubular aguda (6 casos e a nefropatia do cilindro (3 casos. Dentre os 19 casos, apenas dois tiveram evolução satisfatória, enquanto os demais morreram precocemente ou evoluíram para doença renal avançada. Doze pacientes biopsiados por hematúria ou proteinúria assintomática tiveram diagnósticos variados, mas a maioria já apresentava nefropatia crônica relevante. Biópsia por síndrome nefrítica ocorreu em 5 casos, também com diagnósticos variados. CONCLUSÕES: Síndrome nefrótica foi a principal indicação de biópsia renal com a nefropatia membranosa como diagnóstico mais frequente. Entre os pacientes com IRA e hematúria ou proteinúria assintomática os diagnósticos foram variados com elevadas taxas de nefropatia crônica avançada.

  3. Iatrogenia em pacientes idosos hospitalizados Iatrogeny in hospitalized elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eurico T. Carvalho-Filho

    1998-02-01

    Full Text Available Analisar as complicações iatrogênicas apresentadas por idosos hospitalizados. Estudo retrospectivo dos prontuários de 96 pacientes, 48 do sexo masculino e 48 do feminino, com idades variando de 60 a 93 anos (média: 75,7 anos, hospitalizados durante o ano de 1995 em enfermaria geriátrica. A análise da evolução dos pacientes durante o período de hospitalização permitiu evidenciar: 1 em 42 (43,7% pacientes ocorreram uma ou mais complicações iatrogênicas, num total de 56 episódios; 2 manifestações relacionadas aos procedimentos diagnósticos corresponderam a 17,9% das iatrogenias; 3 alterações relacionadas às medidas terapêuticas corresponderam a 58,9%, sendo 32,1% referentes à terapêutica farmacológica e 26,8% a outros procedimentos terapêuticos; 4 manifestações iatrogênicas não relacionadas diretamente às afecções (úlceras de decúbito, quedas e fraturas corresponderam a 23,2%; 5 a presença de manifestações iatrogênicas correlacionou-se com período mais prolongado de internação; 6 cinco pacientes faleceram em conseqüência direta de complicações iatrogênicas. A iatrogenia é freqüente em pacientes idosos hospitalizados, podendo determinar manifestações graves e mesmo fatais. Como uma significativa proporção dessas complicações pode ser evitada através de medidas adequadas, deve-se procurar identificar suas causas e desenvolver métodos para previni-la ou reduzir seus efeitos.PURPOSE: To evaluate the iatrogenic complications in hospitalized elderly patients. MATERIAL AND METHOD: Review of the medical records of 96 patients, 48 men and 48 women, aged 60 to 93 years (75.7 years on average, hospitalized in a geriatric ward during 1995. RESULTS: The study of the medical records of the patients showed: 1 forty-two (43.7% of the elderly had one or more iatrogenic illnesses, with a total of 56 occurrences; 2 complications due to diagnostic tests corresponded to 17.9% of the iatrogenic disorders; 3

  4. Preditores de injúria renal aguda em pacientes submetidos ao transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso Predictors of acute kidney injury in patients undergoing a conventional orthotopic liver transplant without veno-venous bypass

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olival Cirilo L. da Fonseca-Neto

    2011-06-01

    Full Text Available RADICAL: Injúria renal aguda é uma das complicações mais comuns do transplante ortotópico de fígado. A ausência de critério universal para sua definição nestas condições dificulta as comparações entre os estudos. A técnica convencional para o transplante consiste na excisão total da veia cava inferior retro-hepática durante a hepatectomia nativa. Controvérsias sobre o efeito da técnica convencional sem desvio venovenoso na função renal continuam. OBJETIVO: Estimar a incidência e os fatores de risco de injúria renal aguda entre os receptores de transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso. MÉTODOS: Foram avaliados 375 pacientes submetidos a transplante ortotópico de fígado. Foram analisadas as variáveis pré, intra e pós-operatórias em 153 pacientes submetidos a transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso. O critério para a injúria renal aguda foi valor da creatinina sérica > 1,5 mg/dl ou débito urinário BACKGROUND: Acute kidney injury is one of the most common complications of orthotopic liver transplantation. The absence of universal criteria for definition of these conditions make comparisons difficult between studies. The conventional technique for transplantation is the total excision of the inferior vena cava during liver retro-native hepatectomy. Controversies about the effect of the conventional technique without venovenous bypass on renal function remain. AIM: To estimate the incidence and risk of acute kidney injury factors among recipients of orthotopic liver transplantation without conventional venovenous bypass. METHODS: Was studied 375 patients undergoing orthotopic liver transplantation. Variables were analyzed in preoperative, intraoperative and postoperative complications in 153 patients undergoing orthotopic liver transplantation without conventional venovenous bypass. The criterion for acute kidney injury was serum creatinine > 1.5 mg/dl or

  5. Insuficiencia renal aguda relacionada con medicamentos en pacientes hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lujan Iavecchia

    2015-11-01

    Conclusiones: La mitad de los episodios de IRA intrahospitalaria se relacionaron con medicamentos. Los pacientes con IRA relacionada con medicamentos presentaron más antecedentes patológicos cardiovasculares, pero menos factores de riesgo de IRA y una menor mortalidad.

  6. Sol de invierno: aspectos emocionales del paciente renal crónico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Rudnicki

    2006-01-01

    Full Text Available El presente artículo discute las principales características emocionales asociadas a la forma como los pacientes con insuficiencia renal crónica se enfrentan al tratamiento de hemodiálisis. El proceso de adaptación que se plantea, elemento importante en las emociones de las personas, involucra como protagonistas principales al paciente y sus maneras particulares de defensa ante la enfermedad, así como el apoyo de los recursos médicos hospitalarios, el equipo humano que le sostiene y la familia como aristas importantes para evitar problemas de aislamiento en el paciente. Del equilibrio de este proceso de adaptación, se previenen, como en toda enfermedad crónica, problemas subyacentes a la autoestima del paciente, la imagen corporal que construye y dificultades centradas a sus relaciones cotidianas.

  7. Avaliação da concordância interobservador na análise da tomografia computadorizada sem contraste no diagnóstico da urolitíase em pacientes com cólica renal aguda Interobserver agreement on non-contrast computed tomography interpretation for diagnosis of urolithiasis in patients with acute flank pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Ronan Marquez Ferreira de Souza

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a reprodutibilidade da tomografia computadorizada sem contraste na avaliação da litíase ureteral e os sinais secundários de obstrução do sistema coletor em pacientes com cólica renal aguda. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo prospectivo de 52 pacientes com diagnóstico clínico de cólica renal aguda submetidos a exame de tomografia computadorizada de abdome sem contraste. Os exames foram realizados com técnica helicoidal e posteriormente analisados por três observadores independentes, com a concordância interobservador avaliada pelo método estatístico kappa (kapa. Foram analisados os parâmetros: a presença, localização e mensuração dos cálculos ureterais; b dilatação do sistema coletor intra-renal; c heterogeneidade da gordura perirrenal; d dilatação ureteral; e edema da parede ureteral (sinal do halo. RESULTADOS: Foram encontrados 40 cálculos ureterais na tomografia computadorizada (77%. A concordância interobservador para a identificação do cálculo ureteral e da dilatação ureteral foi quase perfeita (kapa = 0,89 e kapa = 0,87, respectivamente, substancial para dilatação do sistema coletor intra-renal (kapa = 0,77 e moderada para heterogeneidade da gordura perirrenal e para edema da parede ureteral (kapa = 0,55 e kapa = 0,56, respectivamente. CONCLUSÃO: A tomografia computadorizada de abdome sem contraste apresenta elevada reprodutibilidade na avaliação da litíase ureteral e dos sinais secundários de obstrução do sistema coletor.OBJECTIVE: To evaluate the interobserver agreement on non-contrast computed tomography interpretation by a group of experienced abdominal radiologists, for the study of urolithiasis in patients presenting acute flank pain. MATERIALS AND METHODS: Prospective study of 52 patients submitted to non-contrast enhanced helical computed tomography. The images were subsequently analyzed by three independent observers, with the interobserver agreement assessed by means of the

  8. Pesquisa sociopoética: a subjetividade de pacientes em terapias substitutivas renais Investigación sociopoéticas: la subjetividad de pacientes in los substitutos renais de las terapias Sociopoetic research: subjectivity of patients in substitutive renal therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia Teresa Carvalho de Araújo

    2009-01-01

    Full Text Available Trata de abordagem e do método de pesquisar através da sociopoética. Objetiva relatar como a técnica dos sentidos sociocomunicantes do corpo é produtora de subjetividades dos pacientes portadores de cateter de diálise peritoneal sob o cuidado de profissionais de enfermagem no período de 2005 e 2008. O método é teleguiado pelos passos do grupo pesquisador com técnicas lúdicas e criativas utilizando os sentidos corporais dos sujeitos. O espaço de pesquisa durante o cuidado resulta em participação do sujeito como avaliador das experiências vivenciadas. Consideramos o método como estratégia de instituir espaços de diálogo com subsídios ao cuidado de enfermagem.El presente artículo trata el abordaje y el método de investigar a través de la sociopoética. Objetiva relatar cómo la técnica de los sentidos sociocomunicantes del cuerpo es productora de subjetividades de los pacientes portadores de catéter de diálisis peritoneal bajo el cuidado de profesionales de enfermería en el período de 2005 a 2008. El método es teleguiado por los pasos del grupo investigador con técnicas lúdicas y creativas utilizando los sentidos corporales de los sujetos. El espacio de investigación durante el cuidado da como resultado la participación del sujeto como evaluador de las experiencias vivenciadas. Consideramos el método como estrategia para instituir espacios de diálogo con subsidios para el cuidado de enfermería.The purpose of this sociopoetic research was to describe subjectivity of patients undergoing peritoneal dialysis. The methodology was guided by ludic and creative techniques. Data consisted of observations of corporal expression of the patients from 2005 through 2008 during nursing care, resulting in patients participating as evaluators of their own experiences. The method is a strategy to enhance dialogue between nurses and patients and improve nursing care.

  9. Letalidade e internacoes de pacientes em hemodialise em plano de saude

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Adriano Loureiro Bersan

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar desfechos clínicos de pacientes incidentes em hemodiálise vinculados a operadora de plano de saúde. MÉTODOS: Estudo de coorte de incidentes em hemodiálise em Belo Horizonte, MG, de 2004 a 2008, a partir de registros no banco de dados de operadora de planos de saúde. Variáveis independentes: sexo, idade, tempo entre primeira consulta com nefrologista e início da hemodiálise, tipo do primeiro acesso vascular, diabetes mellitus, tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento e óbito. Variáveis dependentes: tempo entre início da hemodiálise e óbito e tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento > 7,5 dias. Análise estatística: teste Qui-quadrado de Pearson na análise univariada para os desfechos óbito e tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento; método de Kaplan-Meier para análise de sobrevida; modelo de Cox e regressão Poisson para risco de óbito e chance de tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento > 7,5 dias. Foi utilizada ferramenta de Business Intelligence para extração dos dados e software Stata(r 10.0. RESULTADOS: Estudados 311 indivíduos em hemodiálise, 55,5% homens, média de 62 anos (dp: 16,6 anos. A prevalência aumentou 160% no período estudado. Na análise de sobrevivência a mortalidade foi maior entre os mais idosos, nos que não realizaram consulta com nefrologista, fizeram uso de cateter vascular temporário como primeiro acesso, com diabetes mellitus, nos que foram internados no mesmo mês do início da hemodiálise. No modelo de Cox associaram-se a maior risco para óbito a idade avançada, diabetes mellitus, não realizar consulta prévia com nefrologista e internar-se no primeiro mês de hemodiálise. Maior tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento não se associou ao sexo e diabetes. As variáveis não foram significativas na regressão Poisson. CONCLUSÕES: A avaliação pelo especialista antes do início da hemodiálise diminui o risco de

  10. Qualidade de vida de pacientes renais crônicos em hemodiálise ou diálise peritoneal: estudo comparativo em um serviço de referência de Curitiba - PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Aguiar Gonçalves

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Introdução: A doença renal crônica (DRC compromete saúde e rotina de seu portador. No estágio V da DRC, o paciente torna-se elegível para iniciar a terapia substitutiva renal por hemodiálise (HD, diálise peritoneal (DP ou transplante renal. O tipo de tratamento pode ser importante para melhorar a qualidade de vida do paciente. Objetivo: Comparar a qualidade de vida de pacientes renais crônicos em estágio V-D (em diálise que realizam DP domiciliar ou HD. Métodos: Estudo transversal com coleta prospectiva, por conveniência, por meio da aplicação de questionários socioeconômicos e KDQOL-SF 36 em pacientes do ambulatório de DP e pacientes em HD da Fundação Pró-Renal e clínicas-satélite de Curitiba-PR. Resultados: Amostra de 338 pacientes, sendo 222 em HD, e 116 em DP. Idade média de 54,4 ± 15,28 anos para HD e 58,0 ± 13,99 para DP. Variáveis: situação do trabalho (p < 0,05, estímulo por parte da equipe de diálise (p < 0,01 e satisfação do paciente (p < 0,001 foram favoráveis à DP, enquanto que funcionamento físico (p < 0,05 e função emocional (p < 0,01 foram favoráveis à HD. Conclusão: Objetivamente, a DP mostrou-se melhor em relação à qualidade de vida por apresentar um maior número de itens com resultados significativos quando comparada à HD. Porém, as duas variáveis de maior significância encontradas na HD (funcionamento físico e funcionamento emocional têm um impacto maior no bem-estar e no cotidiano no ambiente externo à clínica do que aquelas superiores na DP, tornando a HD mais favorável à qualidade de vida do paciente.

  11. Diabetes mellitus en el paciente con enfermedad renal avanzada

    OpenAIRE

    R. Verner Codoceo, Dr.

    2010-01-01

    La diabetes mellitus 2 (DM 2) y la enfermedad renal crónica (ERC) son considerados problemas de salud pública a nivel mundial. Los pronósticos de ambas enfermedades están estrechamente relacionados, por lo que las acciones terapéuticas son complementarias. Un buen control glicémico revierte las alteraciones renales en sus etapas iniciales disminuyendo el deterioro microangiopático ya su vez el intento de obtener un control óptimo de glicemias requiere conocer y tratar las alteraciones provoca...

  12. Zinco e risco cardiovascular de pacientes nefropatas em tratamento de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ádila da Silva Castro

    2018-02-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar a relação entre concentração de zinco e risco cardiovascular em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise. Métodos: Estudo analítico, retrospectivo e transversal, realizado em Fortaleza, Ceará, em 2012, do qual participaram 43 adultos com insuficiência renal crônica em hemodiálise (grupo HD e 35 saudáveis (CO - controle. Coletaram-se dados socioeconômicos e bioquímicos (colesterol total - CT, lipoproteína de baixa densidade - LDL, lipoproteína de muito baixa densidade - VLDL, lipoproteína de alta densidade - HDL e triglicerídeos - TG; determinou-se zinco plasmático por espectrometria de emissão óptica com plasma acoplado; coletou-se perfil lipídico do grupo HD do prontuário e do grupo CO por meio de kit Bioclin®. Obteve-se colesterol não-HDL pela fórmula: não-HDL = CT – HDL-c. Calculou-se risco cardiovascular pela razão TG/HDL, considerando risco quando >3,8. Análises por meio de testes t de Student, Pearson ou Spearman. Resultados: O zinco do grupo HD encontrou-se abaixo da referência e menor (p<0,001 em relação ao controle (68,40µg/dL e 85,53µg/dL, respectivamente. HDL no grupo HD mostrou-se abaixo da recomendação (39,64±11,58. VLDL (29,02±14,03mg/dL do grupo HD foi maior (p<0,001 que no CO (15,47±10,65mg/dL. LDL do grupo HD maior que no CO (p=0,05 e o TG no grupo HD (145,14±70,15mg/dL maior (p<0,001 que no CO (77,35±53,25mg/dL. Encontrou-se razão TG/HDL no grupo HD de 4,02±2,60 (p=0,04, indicando maior risco cardiovascular. Pacientes com maior relação TG/HDL apresentaram menores níveis de zinco (p=0,011. Conclusão: Os pacientes em hemodiálise apresentaram deficiência de zinco e possuíam elevado risco cardiovascular, porém sem correlação entre zinco e perfil lipídico.

  13. Study of dermatoses in kidney transplant patients Estudo das dermatoses em pacientes transplantados renais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Moretti de Lima

    2013-06-01

    avaliados 53 pacientes (28 homens e 25 mulheres, entre 22 e 69 anos (com uma média de 45 anos, a maioria procedente de Ceilândia, Samambaia e São Sebastião/DF, entre 5 e 10 anos de transplante renal (37,7%, sendo 62,3% receptor de doador vivo e 83% em uso de prednisona. As dermatoses mais prevalentes foram as de etiologia fúngica (45,3% e viral (39,6%. Das neoplasias malignas não-melanoma, apesar da baixa incidência, predominou o carcinoma basocelular (seis casos. Com relação s dermatoses de origem fúngica, ocorreram 12 casos de onicomicoses, cinco casos de pitiríase versicolor e quatro casos de foliculite pitirospórica. Para realização do diagnóstico, na maioria dos casos (64,2%, foi utilizado os exames laboratoriais ( micológicos e histopatológicos. CONCLUSÃO: as manifestações cutâneas em pacientes transplantados renais são geralmente secundárias imunossupressão. As dermatoses infecciosas, principalmente as de etiologia fúngica, são frequentes em pacientes transplantados renais, e sua ocorrência aumenta progressivamente, conforme o tempo transcorrido, a partir do transplante, sendo importante o acompanhamento.

  14. Comportamento do índice de massa do ventrículo esquerdo de pacientes em diálise no decorrer de 17 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Loren Giagio Cavalcante

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoIntrodução:A hipertrofia ventricular esquerda (HVE é alteração frequente em pacientes de diálise e imprime prognóstico sombrio. Não se conhece qual a tendência secular dessa alteração cardíaca em nossos pacientes.Objetivo:Avaliar o comportamento da HVE, pelo índice de massa do ventrículo esquerdo (IMVE, no decorrer de 17 anos em pacientes de um centro universitário de diálise, bem como verificar as possíveis causas desse comportamento.Métodos:Foi realizado um estudo longitudinal retrospectivo que avaliou, por meio de ecocardiografia, o IMVE em pacientes submetidos à hemodiálise em nosso Serviço de Diálise durante o período de 17 anos, de 1993 a 2010. Foram incluídos 250 exames de pacientes com doença renal crônica estágio V-D com idade superior a 18 anos que foram submetidos à avaliação ecocardiográfica de rotina.Resultados:Notou-se redução do IMVE à medida que os anos avançavam. Essa redução correlacionou-se à diminuição da pressão arterial e à elevação da hemoglobina. Em análise múltipla, a massa ventricular esquerda associou-se apenas à pressão arterial.Conclusão:A porcentagem de pacientes com HVE sofreu redução significante no decorrer de 17 anos em nossa Unidade de Diálise. O fator associado a essa redução foi a diminuição da pressão arterial.

  15. Insuficiencia renal aguda en pacientes de la Unidad de Cuidados Intensivos, Hospital Regional de Cuilapa, Santa Rosa, Guatemala

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronald J. Ajcalon

    2017-03-01

    Full Text Available La insuficiencia renal aguda, es una condición común en la Unidad de Cuidados Intensivos de Adultos (UCIA y probablemente una consecuencia de la enfermedad crítica que se asocia a resultados clínicos adversos, altos costos y una mortalidad de más del 50%, sobre todo si se requiere tratamiento de reemplazo renal. El objetivo fue determinar la incidencia de insuficiencia renal aguda en pacientes ingresados a la UCIA. El estudio fue prospectivo, longitudinal, observacional, en 101 pacientes ingresados en la UCIA del Hospital Regional de Cuilapa. Se diagnosticaron 101 pacientes durante el periodo de estudio con insuficiencia renal aguda represento el 27.4% del total de pacientes internados (368 en el servicio en un año. La incidencia de mortalidad en pacientes que requieren terapia de reemplazo renal y se encuentran en ventilación mecánica es del 100%. Del total de pacientes estudiados, según la escala Akin, se encontró que el 49.5% de los pacientes correspondían a grado II, aunque el grado I también fue frecuente (29%, y que el 22 % de los pacientes correspondían a grado III. La patología que mayormente se asoció al desarrollo de insuficiencia renal aguda fue sepsis grave con un 31%, seguido de pacientes sometidos a cirugía mayor e hipovolemia con el 21 y 18% respectivamente. Se halló una incidencia aumentada de insuficiencia renal aguda comparado con estadísticas internacionales, cuya etiología fue mayormente causada por procesos sépticos.

  16. Bloqueo del sistema renina-angiotensina-aldosterona en pacientes con enfermedad renal diabética avanzada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Bermejo

    2018-03-01

    Conclusiones: El tratamiento con BSRAA es más frecuente en pacientes con FGe≥30 mL/min/1,73m2. No observamos diferencias en la evolución de la función renal entre los tres grupos. La mayor mortalidad observada en pacientes que no recibieron BSRAA se relacionó con la edad avanzada y peor función renal.

  17. Diabetes mellitus en el paciente con enfermedad renal avanzada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Verner Codoceo, Dr.

    2010-07-01

    Full Text Available La diabetes mellitus 2 (DM 2 y la enfermedad renal crónica (ERC son considerados problemas de salud pública a nivel mundial. Los pronósticos de ambas enfermedades están estrechamente relacionados, por lo que las acciones terapéuticas son complementarias. Un buen control glicémico revierte las alteraciones renales en sus etapas iniciales disminuyendo el deterioro microangiopático ya su vez el intento de obtener un control óptimo de glicemias requiere conocer y tratar las alteraciones provocadas por el ambiente urémico. Es muy importante considerar la existencia de cambios en la interpretación de los análisis de laboratorio, cambios en la farmacocinética y farmacodinamia de los medicamentos hipoglicemiantes e insulinas y finalmente la existencia de dificultades para realizar ejercicios y administrar una alimentación adecuada. Los esquemas de hipoglicemiantes utilizados, tanto medicamentos orales como insulinas, deben ser cuidadosamente personalizados. Se debe evitar la indicación de medicamentos de excreción renal exclusiva por el riesgo de hipoglicemias. Tanto las insulinas análogas como convencionales pueden ser administradas, con precaución en su dosificación y reconociendo la necesidad de un estricto automonitoreo de glicemia digital.

  18. Profilaxia para úlcera de estresse em pacientes internados em UTI pediátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taisa E. Araujo

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a utilização de profilaxia para úlcera de estresse (UE, em pacientes internados, de cinco unidades de terapia intensiva pediátrica (UTIP de Porto Alegre (RS. MÉTODOS: Estudo multicêntrico, prospectivo, transversal, observacional. Foram avaliados os prontuários dos pacientes internados em dia definido para visitação, entre abril de 2006 e fevereiro de 2007, excluindo os avaliados em visitas anteriores e aqueles com hemorragia digestiva alta na admissão. Foram avaliados a idade, o gênero, o diagnóstico na admissão, a gravidade da doença, o uso de profilaxia para UE, a sua justificativa e o medicamento profilático utilizado como primeira escolha. As variáveis foram descritas como frequências absoluta e relativa, ou média e desvio padrão/mediana, e intervalo interquartil (IQ. Os testes qui-quadrado de Pearson, de tendência linear, ou exato de Fisher foram utilizados para avaliar as associações. O nível de significância adotado foi de 5%, sendo estatisticamente significativo p < 0,05. RESULTADOS: Foram avaliados 398 pacientes, sendo 57% do gênero masculino. A mediana de idade foi de 16 meses (IQ4-65 e mediana de permanência em UTIP foi de 4 dias (IQ1-9. O principal motivo de internação foi doença respiratória (32,7%. Usaram profilaxia 77,5% dos pacientes, variando de 66 a 91%; a ventilação mecânica (22,3% foi a justificativa mais prevalente, seguida de rotina informal do serviço (21,4%. Apenas uma das UTIP tinha protocolo assistencial para profilaxia de UE. A ranitidina foi o medicamento mais empregado (84,5%. CONCLUSÕES: O uso de profilaxia para UE foi prática frequente nas UTIP avaliadas, sendo a ranitidina a droga de escolha. Entre as justificativas, a ventilação mecânica e o uso baseado em rotinas institucionais foram as mais prevalentes.

  19. Adesão ao tratamento farmacológico anti-hipertensivo de pacientes em hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto da Silva Ribeiro

    2015-10-01

    Full Text Available O risco de morbidade/mortalidade por doenças cardiovasculares em pacientes com doença renal crônica (DRC é elevado, sendo imprescindível a instituição de uma terapia anti-hipertensiva eficaz. A baixa adesão ou não adesão ao tratamento farmacológico anti-hipertensivo prejudica o alcance dos resultados terapêuticos no retardo da progressão da DRC. Objetivou-se estudar a adesão à terapia anti-hipertensiva em 120 pacientes com DRC em hemodiálise. Trata-se de um estudo transversal, descritivo, com abordagem quantitativa, realizado entre maio a junho de 2011 na Clínica de Doenças Renais de Imperatriz – MA. Os dados foram obtidos através da análise dos prontuários dos pacientes e da aplicação de roteiro de entrevista para a coleta de dados sociodemográficos, clínicos e relacionados ao tratamento medicamentoso anti-hipertensivo. O nível de adesão ao tratamento foi estimado pelo Teste de Morisky- Green. A maioria dos pacientes é do sexo masculino (69,2%, possui idade inferior a 60 anos (69,2%, é analfabeta ou possui apenas o ensino fundamental (79,2% e possui baixa renda mensal (90,8%. A hipertensão arterial foi a doença de base prevalente. Houve predomínio da politerapia em 78,3% dos casos. Os betabloqueadores foram os anti-hipertensivos mais utilizados, seguidos pelos bloqueadores dos canais de cálcio e agentes que atuam no sistema renina-angiotensina. O Teste de Morisky-Green apontou que 58,3% dos entrevistados apresentaram nível elevado de adesão à terapia medicamentosa. A falta de acesso aos medicamentos foi o principal motivo relatado pelos pacientes para não seguirem adequadamente o tratamento anti-hipertensivo. Verificou-se a necessidade de melhorias na assistência farmacêutica a estes pacientes e a implementação de estratégias para aumentar a adesão ao tratamento.Palavras-chave: Adesão à medicação. Anti-hipertensivos. Insuficiência Renal Crônica. Diálise Renal. Farmac

  20. EFEITOS DAS PISTAS VISUAIS NA MARCHA EM PACIENTES COM PARKINSON

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Sousa

    2015-05-01

    Full Text Available A  doença de Parkinson (DP é uma doença neurodegenerativa crónica, resultante de disfunções nos gânglios basais, localizados no cérebro, relacionados com o controle motor. Um dos sintomas mais incapacitantes da DP é a festinação, caracterizada pela pobreza dos movimentos, passos curtos, pés rentes ao chão e uma diminuição da velocidade. Investigações recentes recorrem ao treino da marcha com pistas sensoriais, tais como as visuais, para a reabilitação do congelamento ou freezing da marcha parkinsoniana, com o objetivo de desviar a função dos núcleos da base com o fim de regular a função motora deficitáriaObjetivo: Esta revisão sistémica da Literatura foi desenvolvida com o objetivo de analisar os efeitos das pistas visuais na marcha em pacientes com DP.

  1. Costos de intervenciones para pacientes con insuficiencia renal crónica Costs of intervention for patients with chronic renal disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armando Arredondo

    1998-06-01

    Full Text Available INTRODUCCIÓN: Se presentan resultados sobre un estudio que pretendió identificar los costos de intervenciones en salud en el manejo de pacientes con insuficiencia renal crónica. MATERIAL Y MÉTODO: El método de costeo se basó en técnicas de consenso y de instrumentación de manejo de caso a través de la identificación de insumos y funciones de producción para la demanda de cada servicio solicitado. Las intervenciones costeadas incluyeron: diálisis peritoneal, hemodiálisis y trasplante renal. RESULTADOS: El costo por evento en US dóllares fué de $3.71, $57.95 y $ 8,778.32 respectivamente. En cuanto al costo de manejo anual de caso los resultados fueron: diálisis peritoneal $5,643.07, hemodiálisis $9,631.60 y trasplante $3,021.67. CONCLUSIONES: La información generada a partir de los costos de eventos difiere considerablemente de la información generada a partir del costo de manejo anual de caso. Estas diferencias resultan significativas para el diseño y evaluación de patrones de asignación de recursosINTRODUÇÃO: Apresentam-se os resultados sobre estudo que pretendeu identificar os custos de intervenções em saúde no manejo de pacientes com insuficiência renal crônica. MATERIAL E MÉTODO: O método de custeio teve como base técnicas de consenso e de instrumentação de manejo de caso a partir da identificação de insumos e funções de produção na demanda de cada serviço solicitado. As intervenções avaliadas nos seus custos foram: diálise peritoneal, hemodiálise e transplate renal. RESULTADOS: O custo por evento (diálise, hemodiálise e transplante em dólares foi de US$3.71, US$57.95 e US$8,778.32, respectivamente. Quanto ao custo do manejo anual de caso os resultados foram: diálise peritoneal US$5,643.07, hemodiálise US$9,631.60 e transplate renal de US$3,021.63. CONCLUSÕES: A informação gerada a partir dos custos de eventos difere consideravelmente do custo de manejo anual de caso.. Essas diferen

  2. Baixa resposta da vacinação intradérmica contra hepatite B em pacientes incidentes em hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina H. Medeiros

    2011-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A hepatite B pode evoluir para cirrose e hepatocarcinoma. Sua prevalência estimada é de 3,2% em pacientes em hemodiálise (HD. A vacina para hepatite B (HB, quando aplicada por via intramuscular (IM em pacientes com insuficiência renal crônica fase V, frequentemente não induz produção adequada de anticorpos. A injeção intradérmica (ID foi sugerida como sendo o método de inoculação mais eficiente. OBJETIVO: Comparar a resposta imune à injeção IM ou ID da vacina em indivíduos em HD. PACIENTES E MÉTODOS: Trinta e um pacientes incidentes em HD foram randomizados alternativamente para vacinação contra HB via IM ou ID. Dezesseis foram designados aleatoriamente para receber vacina IM (40 mg/dose e 15 ID (4mg /dose. Os níveis de anticorpos de superfície do vírus da hepatite B, parâmetros hematimétricos, ureia sérica, e Kt/V foram avaliados mensalmente. Proteína-C reativa, paratormônio, ferritina, aminotransferases e albumina foram avaliados antes da inoculação inicial e seis meses após a mesma. RESULTADOS: Os níveis de uréia foram maiores no grupo ID (P(1 = 0,031; os níveis de ferritina foram mais elevados no IM (P(2 = 0,037. Houve tendência a aumento nos níveis de proteína C reativa no grupo ID. A avaliação do Comitê de Monitoramento de Segurança dos indivíduos expostos recomendou a suspensão do estudo já que a inoculação por via IM converteu 62,5% e a ID converteu apenas 13,3% dos pacientes expostos. CONCLUSÃO: Com a metodologia utilizada, os resultados da vacina contra HB aplicada por via ID foi inferior à inoculação IM. Tais resultados podem ser decorrentes das doses inoculadas ou de outros fatores, como inflamação.

  3. INSUFICIENCIA RENAL AGUDA CON UREMIA NORMAL EN PACIENTE MONO-RENO SECUNDARIA A PIELONEFRITIS AGUDA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Musso CG

    2006-03-01

    Full Text Available RESUMEN:La insuficiencia renal aguda es un sindrome que característicamente cursa con niveles plasmáticos elevados de urea y creatinina. Sin embargo, hay situaciones clínicas en las cuales este sindrome puede cursar con un incremento de la creatininemia sin presentar elevación de la uremia.En este reporte presentamos un caso clínico de una insuficiencia renal aguda con uremia normal secundaria a una pielonefritis aguda en un paciente con riñón único. El paciente presentaba una elevada excreción fraccional de urea lo cual podía explicar su uremia normal pese a estar cursando una caída del filtrado gomerular. Dicha excreción de urea elevada fue interpretada como secundaria a una diabetes insipida nefrogénica y una alteración en el recirculado intra-renal de la urea ambos producto de la pielonefritis aguda. Concluimos que la pielonefritis aguda en un paciente mono-reno puede presentarse con un patrón de insuficiencia renal aguda con uremia normal. SUMMARYAcute renal failure is a syndrome that usually runs with an increase in creatinine and urea plasma levels. However, there are clinical situations in which this syndrome may run with an increase in plasma creatinine keeping normal the urea one.In this report we present a case of acute renal failure with normal plasma urea level secondary to an acute pyelonephritis in a single kidney patient. The patient had an increased fractional excretion of urea which could explain the normal plasma urea levels found despite of his reduced glomerular filtration. This increased urea excretion state was interpreted as a consequence of the nephrogenic diabetes insipidus and alteration of the intra-renal urea reciclying process that the acute pyelonephritis induced. In conclusion: Acute pyelonephritis in a single kidney patient can appear as a pattern of acute renal failure with normal plasma urea levels.

  4. INSUFICIENCIA RENAL AGUDA CON UREMIA NORMAL EN PACIENTE MONO-RENO SECUNDARIA A PIELONEFRITIS AGUDA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Musso CG

    2007-04-01

    Full Text Available RESUMENLa insuficiencia renal aguda es un sindrome que característicamente cursa con niveles plasmáticos elevados de urea y creatinina. Sin embargo, hay situaciones clínicas en las cuales este sindrome puede cursar con un incremento de la creatininemia sin presentar elevación de la uremia. En este reporte presentamos un caso clínico de una insuficiencia renal aguda con uremia normal secundaria a una pielonefritis aguda en un paciente con riñón único. El paciente presentaba una elevada excreción fraccional de urea lo cual podía explicar su uremia normal pese a estar cursando una caída del filtrado gomerular. Dicha excreción de urea elevada fue interpretada como secundaria a una diabetes insipida nefrogénica y una alteración en el recirculado intra-renal de la urea ambos producto de la pielonefritis aguda. Concluimos que la pielonefritis aguda en un paciente mono-reno puede presentarse con un patrón de insuficiencia renal aguda con uremia normal.SUMMARYAcute renal failure is a syndrome that usually runs with an increase in creatinine and urea plasma levels. However, there are clinical situations in which this syndrome may run with an increase in plasma creatinine keeping normal the urea one. In this report we present a case of acute renal failure with normal plasma urea level secondary to an acute pyelonephritis in a single kidney patient. The patient had an increased fractional excretion of urea which could explain the normal plasma urea levels found despite of his reduced glomerular filtration. This increased urea excretion state was interpreted as a consequence of the nephrogenic diabetes insipidus and alteration of the intra-renal urea reciclying process that the acute pyelonephritis induced. In conclusion: Acute pyelonephritis in a single kidney patient can appear as a pattern of acute renal failure with normal plasma urea levels.

  5. Exercício físico em pacientes dialisados Physical exercise in dialyzed patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maycon de Moura Reboredo

    2007-12-01

    Full Text Available Pacientes portadores de doença renal crônica (DRC submetidos a tratamento dialítico apresentam alterações físicas e psicológicas que predispõem ao sedentarismo. Nesta população, a prescrição rotineira de exercícios físicos não é uma prática freqüente, especialmente no nosso país. No entanto, alguns autores têm demonstrado que um programa de exercícios para estes pacientes contribui para o melhor controle da hipertensão arterial, da capacidade funcional, da função cardíaca, da força muscular e, conseqüentemente, da qualidade de vida. Além dos benefícios relacionados ao sistema cardiovascular, a realização do exercício traz benefícios secundários, pois quebra a monotonia do procedimento, melhora aderência e pode aumentar a eficácia da diálise. Na presente revisão, os autores discutem aspectos da realização de exercícios físicos em pacientes portadores de DRC em diálise e apresentam dados iniciais de sua experiência com a aplicação de exercícios supervisionados durante as sessões de hemodiálise.Patients with chronic kidney disease (CKD on dialysis present physical and psychological limitations that induce to a sedentary life stile. The prescription of exercise for this population has not been common, especially in our country. In the last few years though, some authors have shown that exercising for these patients improves hypertension control, cardiac function, muscular strength, functional capacity and, consequently, their quality of life. Besides the benefits related to the cardiovascular system, exercise training during hemodialysis reduces the monotony of the procedure, improves adherence and contributes to the increase of dialysis efficacy. In this review, the authors discuss some aspects of exercise training in patients with CKD on dialysis and present their preliminary data of supervised exercises during hemodialysis sessions.

  6. Interações Medicamentosas Potenciais em Pacientes de Unidades de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    Liliana Batista Vieira; Adriano Max Moreira Reis; Rhanna Emanuela Fontenele Lima de Carvalho; Leila Márcia Pereira de Faria; Silvia Helena de Bortoli Cassiani

    2012-01-01

    O objetivo do estudo é determinar a frequência de interações fármaco-fármaco em prescrições de pacientes internados em unidades de terapia intensiva e analisar os fatores associados relativos à farmacoterapia e ao paciente. O estudo descritivo transversal foi realizado em dois hospitais de ensino da região centro oeste do Brasil. As interações medicamentosas potenciais foram identificadas nas prescrições do primeiro dia (24 horas) e do quinto dia (120 horas) de interna...

  7. Crises parciais motoras induzidas por movimentos em pacientes diabéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glória M. A. S. Tedrus

    1991-12-01

    Full Text Available Levando em conta o número restrito de casos em âmbito internacional e a ausência de publicações na literatura nacional, os autores apresentam três casos de crises motoras focais induzidas por movimentos em pacientes diabéticos com mais de 50 anos de idade. As crises eram numerosas, sendo também desencadeadas ao serem assumidas determinadas posturas. Em dois casos havia hiperglicemia não cetótica. Todos os pacientes apresentavam hemiparesia e, em dois, tal déficit desapareceu após o cotnrole das crises. No outro paciente a hemiparesia era decorrente de acidente vascular cerebral isquêmico instalado 6 meses antes. Síndrome parietal transitória foi observada nos três pacientes. O EEG crítico mostrou, em dois pacientes, descargas na região parieto-occipital e, em um, na região temporal média contralateral. As crises foram resistentes aos anticonvulsivantes, só havendo controle com o tratamento dos distúrbios metabólicos. São discutidos aspectos clínico-eletren-cefalográficos e etiopatogênicos. A pesquisa do caráter reflexo das crises e a dosagem da glicemia devem ser feitas em todos os pacientes idosos com crises motoras focais, face às implicações de ordem terapêutica e prognóstica.

  8. Achados oculares em pacientes com mielomeningocele: 72 casos Ocular findings in 72 patients with meningomyelocele

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Fialho Cronemberger

    2000-10-01

    Full Text Available Objetivo: Estudar as alterações oculares em pacientes com mielomeningocele. Material e Método: Realizado estudo retrospectivo em 72 pacientes com mielomeningocele, descrevendo as alterações oculares presentes nessa população, além de correlacionar com a presença ou não de hidrocefalia. Resultados: Dos 72 pacientes com mielomeningocele, com idade variando de 5 meses a 18 anos, 64 (88,9% pacientes tinham hidrocefalia. Destes 64 pacientes, 36 (56,3% tinham estrabismo, sendo que 21 (58,3% eram endotrópicos, 13 (36,1% exotrópicos, 1 (2,8% exofórico e 1 (2,8% com estrabismo discinético. Do total dos 72 pacientes estudados 38 (52,8% eram estrábicos. A anisotropia foi encontrada em 16 (22,2% pacientes, sendo que em 14 (87,5% em A e em 2 (12,5% em V. Todos os 16 pacientes com anisotropia apresentavam hidrocefalia. O erro refrativo mais freqüente foi a hipermetropia encontrada em 64 (44,4% olhos. Atrofia óptica foi encontrada em 9 (12,5% pacientes. Conclusão: A mielomeningocele, associada a hidrocefalia, apresenta uma porcentagem de estrabismo maior do que o encontrado na população normal.Purpose: To study ocular findings in patients with meningomyelocele. Methods: A retrospective study of 72 patients with myelomeningocele was performed to evaluate ocular motility disorders, refractive errors and indirect ophthalmoscopy findings. Results: In a group of 72 patients with myelomeningocele, aged 5 month -- 18 years, 64 (88.9% had hydrocephalus. Of this group of 64 patients, 36 (56.3% had strabismus, 21 (58.3% of whom were esotropic, and 13 (36.1% exotropic, 1 (2.8% exophoric and 1 (2.8% presented sometimes esotropia and sometimes exotropia. Of the total of 72 studied patients, 38 (52.8% had strabismus. Anisotropia was found in 16 (22.2% patients, 14 (87.5% with an A pattern and 2 (12.5% with a V pattern. The most frequent refractive error was hyperopia, found in 64 (44.4% eyes. All the 16 patients with anisotropia had hydrocephalus

  9. Peritonites em pacientes em diálise peritoneal: análise de um único centro brasileiro segundo a Sociedade Internacional de Diálise Peritoneal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Elizabeth Figueiredo

    2013-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A peritonite continua sendo a maior complicação para os pacientes em diálise peritoneal (DP. OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo determinar as taxas de peritonite por episódio/ano (ep./ ano, ep./ano por microrganismo causador e pela mediana do número de peritonites nos pacientes em diálise peritoneal do Serviço de Nefrologia do Hospital São Lucas da PUCRS. MÉTODOS: Estudo retrospectivo e descritivo, no qual a amostra foi composta de pacientes que fizeram diálise peritoneal no Serviço de Nefrologia do HSL no período de 1984 a agosto de 2012; foram considerados somente os que possuíam dados completos. RESULTADOS: Dos 427 pacientes analisados, 53,2% eram do sexo feminino, com idade média de 48,0 ± 19,9 anos, 13% (56 de diabéticos e 71,5% (303 dos pacientes realizavam seu próprio tratamento. Ocorreram 503 episódios de peritonite e 255 pacientes tiveram pelo menos uma peritonite. Staphylococcus coagulase negativo foi o microrganismo mais prevalente. As causas de saída de tratamento foram óbito, transplante renal e peritonite, com 34,4, 25,8 e 19,2%, respectivamente. A taxa de peritonite foi de 0,63 ep./ano e ep./ ano por microrganismo foi de 0,18 ep./ ano para Staphylococcus coagulase negativo, e de 0,12 ep./ano para Staphilococcus aureus e Gram negativos. A mediana da unidade foi de 0,41. CONCLUSÃO: A taxa de peritonite ep./ano, e a mediana dos pacientes estudados encontram-se dentro do mínimo preconizado, mas abaixo das metas sugeridas, assim como a caracterização de ep./ano por microrganismo.

  10. Variações no posicionamento dos eixos visuais em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graciela Scalco Brum

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Determinar as variações no ângulo de posicionamento ocular pós-operatório em pacientes submetidos a cirurgias para correção de estrabismo e identificar possíveis fatores de risco associados a tal ocorrência. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo de 819 pacientes portadores de estrabismo submetidos à cirurgia para correção do desvio ocular entre janeiro de 1995 e dezembro de 2005 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Os pacientes foram divididos em quatro grupos quanto ao tipo de desvio pré-operatório (esotropia alternante, esotropia monocular, exotropia alternante e exotropia monocular e as variações no posicionamento ocular foram quantificadas em cada grupo. RESULTADOS: A prevalência de variações no posicionamento ocular (pós-operatório maiores que 10∆ entre o total de pacientes estudado foi de 33,5% (274 pacientes. Entre estes, foi verificada maior frequência de desvios no sentido exotrópico (178 pacientes ou 65,0% do que no sentido esotrópico (96 pacientes ou 35,0%, diferença esta que foi estatisticamente significativa (teste do qui-quadrado; p<0,001. CONCLUSÕES: Instabilidade no posicionamento ocular pode ocorrer ao longo do tempo em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo. Tal ocorrência reforça a necessidade do desenvolvimento de alternativas terapêuticas a fim de proporcionar maior estabilidade ao sistema oculomotor no pós-operatório de cirurgias de estrabismo.

  11. Fatores terapêuticos em um grupo de apoio para pacientes psiquiátricos ambulatoriais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guanaes Carla

    2001-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: O emprego da psicoterapia de grupo no atendimento em saúde mental, sobretudo em contextos institucionais, tem se expandido aceleradamente, não havendo uma expansão correlata de pesquisas na área, conforme aponta a literatura especializada. Objetivou-se compreender algumas possibilidades e alguns limites de um grupo de apoio de curta duração (16 sessões para pacientes psiquiátricos ambulatoriais, investigando os fatores terapêuticos que operam nesse grupo, segundo a percepção de seus participantes. MÉTODOS: Questionários do Incidente Crítico (QIC, observação e registro do grupo, consultas aos prontuários dos pacientes e notas de campo constituíram as fontes de dados. A análise das respostas dos pacientes ao QIC foi realizada por procedimentos de avaliação categorial de conteúdo, tendo como base um sistema descritivo dos fatores terapêuticos proposto na literatura. As demais fontes foram tomadas como dados de contexto dos sentidos produzidos pelos pacientes em suas respostas ao QIC. RESULTADOS: Os resultados remetem a dez categorias derivadas da percepção dos pacientes, indicativas de vivências terapêuticas e não-terapêuticas no grupo. DISCUSSÃO/CONCLUSÃO: Este estudo possibilita uma compreensão sobre o modo como os pacientes vivenciaram o processo desse grupo, tendo em vista os sentidos que produziram a partir de sua participação neste, e, em conjunção com a compreensão de seus quadros clínicos, situa algumas possibilidades e alguns limites desse tipo de tratamento em saúde mental, considerando o contexto em que ocorre e a clientela que usualmente o integra.

  12. Anestesia em paciente portadora de síndrome de Mckusick-Kaufman: relato de caso

    OpenAIRE

    Hobaika,Adriano Bechara de Souza; Borges,Ziltomar Donizetti; Teixeira,Vera Coelho

    2004-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A síndrome de Mckusick-Kaufman é uma doença rara, caracterizada tipicamente por hidrometrocolpos, polidactilia e defeitos cardíacos congênitos. Pacientes portadores desta doença podem ser submetidos a diversos procedimentos cirúrgicos durante a sua vida e o anestesiologista deve estar preparado para possíveis alterações. O objetivo deste artigo é relatar a conduta anestésica adotada em uma paciente portadora desta síndrome. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino ...

  13. Revascularização do miocárdio em pacientes após a oitava década de vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ALMEIDA Rui Manuel Sequeira de

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a morbi-mortalidade hospitalar e a qualidade de vida de pacientes, acima de 70 anos de vida, submetidos à operação de revascularização do miocárdio (CRM. CASUÍSTICA E MÉTODOS: No período de julho de 1992 a fevereiro de 2000, foram realizadas 507 CRM, no Serviço de Cirurgia Cardiovascular do Instituto de Moléstias Cardiovasculares de Cascavel. Em 70 destes casos os pacientes tinham idade igual ou superior a 70 anos. Neste grupo predominou o sexo masculino, em 57% dos casos, e a idade média foi de 72,9 anos (70-85 anos. Vinte e seis pacientes apresentavam hipertensão arterial sistêmica, 25 doença pulmonar obstrutiva crônica importante, 17 diabete melito e 8 insuficiência renal crônica, no pré-operatório. Trinta e sete pacientes apresentavam infarto agudo do miocárdio (IAM pré-operatório, sete haviam sido submetidos à angioplastia transluminal percutânea, sete apresentavam lesão de tronco de artéria coronária esquerda e um havia sido submetido à CRM anteriormente. Foram realizados 2,8 enxertos/ paciente, sendo usados condutos arteriais em 53% dos casos. Foi realizada endarterectomia em sete artérias, aneurismectomia de ventrículo esquerdo em sete pacientes e ventriculectomia parcial esquerda em um. A operação foi realizada em caráter de emergência em nove casos. Houve necessidade de contrapulsação aórtica em quatro pacientes. RESULTADOS: O tempo médio de permanência na UTI e no hospital foi de 4 (1-24 e 12,2 (3-34 dias, respectivamente. A mortalidade hospitalar geral foi de 7,1%. Quando analisada por subgrupos, a mortalidade dos pacientes de 70 a 74 anos (57 casos foi de 5,3%, e a dos últimos 35 casos de 2,8%. No pós-operatório imediato, as complicações mais freqüentes foram: insuficiência respiratória (10, arritmia atrial (7, alteração de conduta (6, infecção pulmonar (6, embolia pulmonar (5, síndrome de baixo débito (4, IAM (3, AVC (3, insuficiência renal aguda (4 e

  14. Pacientes vítimas de politrauma com insuficiência renal aguda na unidade de terapia intensiva Pacientes víctimas de politrauma con insuficiência renal aguda en la unidad de cuidados intensivos Patient victim of polytrauma with acute renal failure in the intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Helú Mendonça Ribeiro

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar as características de pacientes portadores de insuficiência renal aguda (IRA, vítimas de politrauma, internados em uma unidade de terapia intensiva (UTI. MÉTODOS: Foi realizada uma análise retrospectiva de 357 prontuários de portadores de IRA, no período de 2002 a 2003, com creatinina sérica de 1,8 a 4 mg/dl. Destes pacientes internados na UTI, 10,6% eram vítimas de politrauma. RESULTADOS: Dos 38 (10,6% pacientes portadores de IRA e vítimas de politrauma, 78,9% eram do sexo masculino; 47,3% tinham idade entre 16 e 45 anos; 84,3% apresentaram oligúria; 92,1% não receberam tratamento para IRA durante a internação; 50% permaneceram de um a cinco dias internados na UTI; 47,3% não apresentaram nenhuma doença de base e a mortalidade ocorreu em 50% desta amostra. CONCLUSÃO: Concluiu-se que a monitorização diária da função renal das vítimas de politrauma é um cuidado importante para evitar as complicações da IRA e a respectiva mortalidade.OBJETIVOS: Identificar las características de pacientes portadores de insuficiencia renal aguda (IRA, víctimas de politrauma, internados en una unidad de cuidados intensivos (UCI. MÉTODOS: Se llevó a cabo un análisis retrospectivo de 357 historias clínicas de portadores de IRA, en el período de 2002 a 2003, con creatinina sérica de 1,8 a 4 mg/dl. De estos pacientes internados en la UCI, el 10,6% eram víctimas de politrauma. RESULTADOS: De los 38 (10,6% pacientes portadores de IRA y víctimas de politrauma, el 78,9% eran del sexo masculino; el 47,3% tenían edades entre 16 y 45 años; el 84,3% presentaron oliguria; el 92,1% no recibieron tratamiento para IRA durante el internamiento; el 50% permanecieron de uno a cinco días internados en la UCI; el 47,3% no presentaron ninguna enfermedad de base y la mortalidad ocurrió en el 50% de esta muestra. CONCLUSIÓN: el monitoreo diario de la función renal de las víctimas de politrauma es un cuidado importante para

  15. Hipotermia em pacientes no período perioperatório

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia De Mattia

    2012-02-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar os fatores que desencadeiam a hipotermia em pacientes em sala de operação e as manifestações em sala de recuperação anestésica. O estudo foi realizado em um hospital de grande porte da rede mista da cidade de Santos. A coleta de dados foi realizada em 30 pacientes adultos, com temperatura corpórea entre de 36ºC e 37,2ºC na entrada da sala de operações com procedimentos cirúrgicos eletivos e anestesia geral. Os resultados demonstraram que os métodos preventivos de hipotermia mais utilizados foram a infusão venosa aquecida e a manta térmica. Na saída da sala de operação e até 30 minutos na sala de recuperação anestésica, os pacientes permaneceram hipotérmicos. As manifestações de hipotermia foram demonstradas pela hipoxemia e por tremores. Neste estudo, evidenciou-se que a hipotermia no paciente é desencadeada na sala de operação pela falta de medidas preventivas adequadas, acarretando complicações em período de recuperação anestésica.

  16. Paciente quirúrgico con insuficiencia renal crónica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Enrique Trujillo Salgado

    1998-04-01

    Full Text Available Se realiza una concisa revisión de los principales aspectos clínicos del paciente con insuficiencia renal crónica en relación con la cirugía y la anestesia, y se recorren tópicos vinculados al riesgo quirúrgico y la farmacología de las drogas anestésicas. Se ofrecen puntos de vista para discutir, entre las tendencias de la práctica especializada actualIt is made a detailed review of the main clinical aspects connected with surgery and anesthesia in patients suffering from chronic renal failure. Some topics dealing with surgical risk and pharmacology of the anesthetics are also approached. Different points of view about the trends of the present specialized practice are included to be discussed

  17. Doença cardiovascular e fatores de risco cardiovascular em candidatos a transplante renal Cardiovascular disease and risk factors in candidates for renal transplantation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Henrique Wolff Gowdak

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de doença cardiovascular (DCV e de fatores de risco tradicionais em portadores de insuficiência renal crônica em avaliação para inclusão em lista para transplante renal. MÉTODOS: Foram submetidos à avaliação clínica e exames complementares 195 pacientes com insuficiência renal crônica dialítica e comparados a grupo de 334 hipertensos pareados por idade. As equações de Framingham foram usadas para o cálculo do risco absoluto (RA; o risco relativo (RR foi calculado tendo como referência o risco absoluto da coorte de baixo risco de Framingham. RESULTADOS: Do total, 37% apresentaram algum tipo de doença cardiovascular na avaliação inicial, sendo que arteriopatia obstrutiva (23% foi a mais prevalente. Excluídos os pacientes com doença cardiovascular, em relação aos fatores de risco tradicionais, houve diferença significativa quanto à pressão arterial sistólica e colesterol total (maiores no grupo de hipertensos e às prevalências de homens, diabetes e tabagismo, maiores no grupo de insuficiência renal crônica, que apresentou maior grau de hipertrofia ventricular esquerda, menor pressão arterial diastólica e menor prevalência de história familiar de doença cardiovascular e obesidade. O risco relativo para doença cardiovascular dos pacientes com insuficiência renal crônica foi mais elevado em relação à população controle de Framingham porém não diferiu da observada no grupo de hipertensos. CONCLUSÃO: Em candidatos a transplante renal é significativa a prevalência de doença cardiovascular e de fatores de risco tradicionais; as equações de Framingham não quantificam adequadamente o risco cardiovascular real e outros fatores de risco específicos desta população devem contribuir para o maior risco cardiovascular.OBJECTIVE: To determine the prevalence of cardiovascular disease (CVD and traditional risk factors in patients with chronic renal failure undergoing

  18. Esvaziamento gástrico nos pacientes com insuficiência renal crônica submetidos à hemodiálise Gastric emptying study in patients with chronic renal failure on hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eunice Sizue Hirata

    2008-09-01

    Full Text Available RACIONAL: Queixas dispépticas são comuns em pacientes com insuficiência renal crônica. As mais frequentemente relatadas são anorexia, náusea, vômito, sensação de plenitude gástrica e dor epigástrica. A possibilidade destes sinais e sintomas estarem associadas ao retardo no esvaziamento gástrico é atraente. OBJETIVO: Estudar o esvaziamento gástrico de uma refeição sólida padronizada, em pacientes com insuficiência renal crônica em tratamento dialítico. MÉTODO: Foram estudados 31 pessoas de ambos os sexos com idade variável de 18 à 60 anos, sendo 14 com insuficiência renal crônica em hemodiálise há mais de 6 meses e 17 sadios. Foram excluídos pacientes com diabetes mellitus, amiloidose, doenças do colágeno, doenças dispépticas e/ou submetidos à operação gástrica, pacientes em uso de drogas pró-cinéticas gástricas e grávidas. O método do esvaziamento gástrico foi a cintilografia, através de câmara de cintilação de dois cabeçotes. A refeição teste padronizada consistiu de omelete de três ovos de galinha preparado com mistura de enxofre coloidal marcado com 185 MBq de tecnécio-99m. Foram estudados a curva de retenção gástrica total e o T½ do esvaziamento gástrico. Os testes estatísticos utilizados foram o de c2 e o de Kruskal Wallis. RESULTADOS: Os resultados confirmaram a homogeneidade dos grupos quanto à idade e o sexo. Não houve diferença estatisticamente significativa em relação às curvas de retenção gástrica total e o T½, semelhantes nos dois grupos. CONCLUSÃO: O esvaziamento gástrico de pacientes urêmicos em tratamento hemodialítico há mais de seis meses é igual ao de indivíduos sadios.BACKGROUND: Dyspeptic symptoms are frequent in renal patients. They are anorexia, nausea, vomit, pain and epigastric distension. These symptoms can be related to the delay in gastric emptying. AIM: To investigate gastric emptying in patients with chronic renal failure on hemodialysis

  19. Componentes do modelo teórico de Roy em pacientes submetidos à hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília Maria Farias de Queiroz Frazão

    Full Text Available Estudo transversal, objetivando identificar os componentes do modelo teórico de Roy em pacientes submetidos à hemodiálise em um centro de diálise. Participaram 178 pacientes de um centro dialítico no Nordeste do Brasil. A coleta de dados ocorreu de outubro/2011 a fevereiro/2012, por entrevista e exame físico. Os componentes identificados foram: problemas adaptativos, comportamentos e estímulos. Os principais problemas adaptativos foram: retenção de líquido intracelular, hipercalemia, hipotermia, edema, intolerância à atividade. Os comportamentos foram: anúria, desequilíbrio hidroeletrolítico, aumento de peso em curto período, aumento do potássio sérico, temperatura corporal abaixo de 36°C, retenção de líquidos, fadiga, dificuldade em realizar atividades de vida diária. Os estímulos foram: lesão renal, circulação extracorpórea, hemodiálise, não seguimento da restrição hídrica, distúrbio eletrolítico, ambiente frio, efeitos adversos relacionados ao tratamento. Conclui-se que a identificação desses componentes, enquadrados no modo fisiológico, contribui para o planejamento de intervenções de enfermagem específicas e voltadas para a adaptação da clientela.

  20. Estudo epidemiológico de pacientes com queimaduras por eletricidade atendidos em unidade de queimados em Recife – PE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Claudia Siqueira Torquato

    2015-09-01

    Full Text Available Objetivo: verificar a frequência das queimaduras por eletricidade e perfil clínico-epidemiológico de pacientes atendidos na Unidade de Queimados em Recife-PE. Métodos: estudo retrospectivo, transversal e descritivo de pacientes com queimaduras por eletricidade atendidos na Unidade de Queimados do Hospital da Restauração (HR em Recife-PE, no período de janeiro 2007 a dezembro de 2008. Resultados: foram atendidos 115 pacientes com queimaduras por eletricidade no período de realização do estudo (média de 57,5 pacientes/ano, correspondendo a quase 8% de todas as queimaduras atendidas no serviço. Quanto ao sexo, 83,5% eram do sexo masculino e 16,5% eram do sexo feminino. A idade média foi de 27 anos. Ocorreu predominância do Médio queimado (70%. O acidente doméstico foi mais encontrado. Quanto ao tempo de hospitalização, aproximadamente 90% dos pacientes receberam alta com menos de dois meses de internação. Durante a evolução, 42,6% dos pacientes necessitaram de enxerto e 13% sofreram amputação. Nenhum óbito foi notificado no período de realização do estudo. Conclusões: a frequência de queimaduras por eletricidade em nosso estudo foi maior que as relatadas em outras séries. O perfil clínico- epidemiológico encontrado no presente estudo foi similar ao descrito na literatura.

  1. Vasculite mesentérica em paciente com lúpus eritematoso sistêmico juvenil

    OpenAIRE

    Albuquerque-Netto, Adão F.; Cavalcante, Erica G.; Sallum, Adriana M. E.; Aikawa, Nádia E.; Tannuri, Uenis; Silva, Clovis Artur Almeida da

    2013-01-01

    A vasculite mesentérica lúpica (VML) é uma rara causa de dor abdominal aguda. Há poucos relatos de caso demonstrando VML em adultos e, particularmente, em crianças e adolescentes. No entanto, para o nosso conhecimento, a prevalência dessa grave vasculite em uma população pediátrica com lúpus ainda não foi estudada. Portanto, dados de 28 anos consecutivos foram revisados e incluídos 5.508 pacientes em seguimento no Hospital da Faculdade de Medicina da Univesidade de São Paulo (FMUSP). Identifi...

  2. Cuidar de pacientes em fase terminal: a experiência de alunos de medicina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Araújo Sadala

    2008-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi compreender os significados que alunos de medicina atribuem à experiência de cuidar de pacientes em fase terminal. Os dados foram coletados mediante entrevistas individuais com vinte e quatro estudantes de medicina de uma universidade paulista. As convergências dos depoimentos dos participantes foram agrupadas em três categorias: a deparando-se com o mundo da doença terminal/morte; b relação com o paciente e sua família; c reflexão sobre o cuidar do paciente terminal. Nos depoimentos, os estudantes expressam ansiedade ao cuidar deste tipo de paciente, assim como as dificuldades em lidar com os próprios sentimentos. Consideram-se pouco preparados para relacionar-se com esses pacientes, mas aprenderam com a experiência vivida. Os resultados do estudo apontam para a necessidade de se introduzirem, na formação médica, conteúdos visando desenvolver competências interpessoais e capacidade de reflexão sobre questões de ética e deontologia médica, envolvendo a terminalidade da vida.

  3. Terapia em paciente com disfunção temporomandibular muscular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Avrella

    2015-11-01

    Full Text Available Objetivo. Relatar um caso clínico de uma paciente jovem com disfunção temporomandibular muscular (DTM. Materiais e métodos. O estudo foi realizado em uma clínica odontológica de ensino superior, utilizando a aplicação de calor úmido, exercícios ativos e agulhamento seco. Resultados. Paciente feminina, 31 anos, relatando dor na região parotídea-massetérica bilateral, sendo diagnosticada com DTM muscular bilateral em masseter com presença de pontos gatilho. Para o tratamento foi realizado a termoterapia pela utilização do calor úmido, fisioterapia com exercícios ativos de relaxamento, agulhamento seco utilizando agulhas filiformes sólidas e, Terapia Cognitiva Comportamental, com melhora importante referida pela paciente. Discussão. Dentre as formas de tratamento para DTM muscular encontram-se as técnicas utilizadas com a paciente em estudo, as quais proporcionando uma melhora biopsicossocial. Conclusão. As técnicas de tratamento realizadas foram efetivas para o tratamento da paciente, proporcionando alívio da dor e melhora nos sintomas.

  4. Varicela hemorrágica em paciente com Doença de Still

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Beatriz Bray Beraldo

    2010-03-01

    Full Text Available A artrite idiopática juvenil (AIJ é um processo inflamatório crônico em uma ou mais articulações que pode apresentar manifestações extra-articulares; o subtipo com comprometimento sistêmico é denominado Doença de Still. A infecção pelo Herpesvirus varicelae, apesar de apresentar caráter benigno na maioria das vezes, pode complicar-se em pacientes imunossuprimidos. Este relato trata-se de uma paciente com AIJ de início sistêmico em uso de medicamentos que levam à imunossupressão e em consequência disto, após ser acometida pelo vírus da varicela, desenvolveu complicações hemorrágicas, porém, apesar da alta taxa de mortalidade nestas ocasiões, teve uma boa evolução.

  5. EQUOTERAPIA E COGNIÇÃO EM PACIENTES AUTISTAS: UM ESTUDO DE CASO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rose–Lídice Holanda

    2017-06-01

    Full Text Available O autismo é uma síndrome comportamental com etiologias diferentes, onde a sintomatologia foi organizada por uma tétrade clínica. A equoterapia é considerada como um conjunto de técnicas reeducativas que agem para superar danos sensoriais, motores e comportamentais, que tem como meio o cavalo. O estudo teve como objetivo avaliar á intervenção da equoterapia em pacientes com autismo. Foi realizado um estudo com um paciente autista praticante de equoterapia na cavalaria da Polícia Militar do Ceará, onde foi aplicado o teste MoCA em dois momentos, para avaliar a cognição. A pesquisa foi realizada em 2008.. O projeto foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa, do Hospital Geral de Fortaleza com parecer aprovado sob nº de protocolo 070801/08. Como resultado verificou-se no primeiro momento uma pontuação de 16 pontos e num segundo momento, pontuou 14 pontos, totalizando 30 pontos. Houve um aumento de pontos em alguns aspectos, como também uma diminuição, durante aplicação do teste MoCA. Concluímos que o paciente não apresentou uma melhora significativa devido a variável tempo e psicológico. Podendo este fato está relacionado com o quadro de alteração psicológica, notando-se um estado depressivo com uma diminuição de interesses do paciente. É relevante a realização da equoterapia em pacientes autistas, melhorando assim sua autoestima, proporcionando uma melhora e uma qualidade de vida.

  6. Anestesia em paciente portadora de doença de moyamoya: relato de caso Anestesia en paciente portadora de enfermedad de moyamoya: relato de caso Anesthesia in patient with moyamoya disease: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Bechara de Souza Hobaika

    2005-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A doença de moyamoya é uma vasculopatia cerebral progressiva rara, mais freqüentemente diagnosticada em populações asiáticas, mas que também vem sendo identificada no Brasil. Durante a sua vida, pacientes portadores desta doença podem ser submetidos aos mais variados tipos de procedimentos cirúrgicos. O anestesiologista deve entender a fisiopatologia da doença e instituir as medidas peri-operatórias mais adequadas, no intuito de melhorar o prognóstico destes pacientes. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 22 anos, com insuficiência renal crônica, portadora da doença de moyamoya, submetida à intervenção cirúrgica para instalação de fístula arteriovenosa. A anestesia foi induzida com fentanil, propofol e atracúrio e mantida com sevoflurano. Durante o procedimento, a paciente foi mantida em normocapnia e normotermia. A extubação foi realizada e a paciente transferida à sala de recuperação pós-anestésica sem complicações. CONCLUSÕES: Este artigo apresenta os cuidados anestésicos dispensados a uma paciente portadora da doença de moyamoya.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La enfermedad de moyamoya es una vasculopatia cerebral progresiva rara, más frecuentemente diagnosticada en individuos asiáticos, y que también viene siendo identificada en Brasil. Durante su vida, pacientes portadores de esta enfermedad pueden ser sometidos a los más variados tipos de procedimientos quirúrgicos. El anestesiologista debe entender la fisiopatología de la enfermedad e instituir las medidas peri-operatorias más adecuadas, en el designio de mejorar el pronóstico de estos enfermos. RELATO DEL CASO: Paciente del sexo femenino, 22 años, insuficiencia renal crónica, portadora de la enfermedad de moyamoya, sometida a intervención quirúrgica para la instalación de fístula arteriovenosa. La anestesia fue inducida con fentanil, propofol y atracúrio y mantenida con sevoflurano. Durante el procedimiento

  7. Pancreatite crônica: resultados do tratamento cirúrgico em 74 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olívio Louro Costa

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as indicações, técnicas e resultados do tratamento cirúrgico de 74 pacientes operados por complicações da pancreatite crônica. MÉTODO: Foram pacientes consecutivos, estudados prospectivamente pelo preenchimento de um protocolo individual, no período de 1971 a 2000. Foram realizadas cirurgias de derivação e ressecção. O acompanhamento foi feito pelo agendamento de consultas no ambulatório, por convocação por cartas e telefonemas. RESULTADOS: Dos 270 pacientes com pancreatite crônica, acompanhados pelo Serviço, 74 (27,4% foram operados. Destes 74 pacientes, 97,7% eram do sexo masculino e a idade variou de 15 a 63 anos, com média de 39,4 anos para alcoolistas e 33,1 para aqueles com outras etiologias. O alcoolismo foi a causa da doença em 68 pacientes (90,5% e os outros casos estiveram relacionados a hiperparatiroidismo(1, pancreatite hereditária (1, fibrose retroperitoneal (1 e em três casos a etiologia não foi definida. As seguintes causas únicas ou associadas definiram a indicação cirúrgica:1. dor em 44,6% dos pacientes; 2. compressão de vias biliares em 28,4%; 3. pseudocistos em 12,2%; 4. fístulas internas em 10,8%. Cinqüenta pacientes (67,5% foram submetidos a operações de derivação e 24 (32,5% a cirurgias de ressecção. Oito pacientes derivados (16,0% complicaram, ocorrendo três óbitos; dez ressecados (41,6% complicaram, com cinco óbitos. Os óbitos estiveram relacionados a abscessos, às deiscências e às hemorragias cirúrgicas. CONCLUSÕES: As cirurgias de derivação mostraram-se mais seguras e as complicações que evoluíram com infecção foram as mais graves e ocorreram com mais freqüência nas ressecções.

  8. Hipertrofia ventricular e mortalidade cardiovascular em pacientes de hemodiálise de baixo nível educacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana dos Santos e Silva Martin

    2012-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertrofia ventricular esquerda é potente preditor de mortalidade em renais crônicos. Estudo prévio de nosso grupo mostrou que renais crônicos com menor escolaridade têm hipertrofia ventricular mais intensa. OBJETIVO: Ampliar estudo prévio e verificar se a hipertrofia ventricular esquerda pode justificar a associação entre escolaridade e mortalidade cardiovascular de pacientes em hemodiálise. MÉTODOS: Foram avaliados 113 pacientes entre janeiro de 2005 e março de 2008 e seguidos até outubro de 2010. Foram traçadas curvas de sobrevida comparando a mortalidade cardiovascular, e por todas as causas dos pacientes com escolaridade de até três anos (mediana da escolaridade e pacientes com escolaridade igual ou superior a quatro anos. Foram construídos modelos múltiplos de Cox ajustados para as variáveis de confusão. RESULTADOS: Observou-se associação entre nível de escolaridade e hipertrofia ventricular. A diferença estatística de mortalidade de origem cardiovascular e por todas as causas entre os diferentes níveis de escolaridade ocorreu aos cinco anos e meio de seguimento. No modelo de Cox, a hipertrofia ventricular e a proteína-C reativa associaram-se à mortalidade por todas as causas e de origem cardiovascular. A etiologia da insuficiência renal associou-se à mortalidade por todas as causas e a creatinina associou-se à mortalidade de origem cardiovascular. A associação entre escolaridade e mortalidade perdeu significância estatística no modelo ajustado. CONCLUSÃO: Os resultados do presente trabalho confirmam estudo prévio e demonstram, ademais, que a maior mortalidade cardiovascular observada nos pacientes com menor escolaridade pôde ser explicada por fatores de risco de ordem bioquímica e de morfologia cardíaca.

  9. Avaliação e tratamento da hiperglicemia em pacientes graves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Verçoza Viana

    2014-03-01

    Full Text Available A hiperglicemia é um problema frequentemente encontrado em pacientes graves em ambiente de terapia intensiva. Sua presença se associa ao aumento da morbidade e da mortalidade, independentemente da causa da admissão (infarto agudo do miocárdio, condição após cirurgia cardiovascular, acidente vascular cerebral e sepse. Entretanto, permanecem muitas dúvidas com relação à fisiopatologia e, particularmente, em relação ao tratamento da hiperglicemia no paciente graves. Na prática clínica, devem ser levados em consideração diversos aspectos para o controle desses pacientes, inclusive os alvos de glicemia, o histórico de diabetes mellitus, a via de nutrição (enteral ou parenteral e o equipamento de monitoramento disponível, o que aumenta substancialmente a carga de trabalho dos profissionais envolvidos nesse tratamento. Esta revisão descreveu a epidemiologia, a fisiopatologia, o tratamento e o monitoramento da hiperglicemia no paciente adulto grave.

  10. Resposta renal à maltodextrina e ao treinamento em diferentes intensidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cátia Fernandes Leite

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo foi investigar a resposta renal à ingestão de maltodextrina e à natação de padrão aeróbio ou anaeróbio de alta intensidade em ratos. Materiais e métodos O protocolo consistiu de oito semanas de natação em padrão aeróbio (sobrecarga 5% ou intermitente (sobrecarga 10%. Durante 37 dias os animais foram suplementados, por meio de gavagem, com uma dose diária de 0,48g.Kg−1 de maltodextrina dissolvida em água ou receberam água pura, antes do treinamento. Resultados O treinamento anaeróbio ocasionou aumento nas concentrações de ácido úrico, creatinina e proteínas totais e redução no glicogênio renal. A maltodextrina causou aumento no glicogênio renal. Conclusão A maltodextrina e o treinamento anaeróbio proporcionaram alterações nos parâmetros de função renal em resposta desse órgão a esses estímulos externos.

  11. Investigação da queixa de disfagia em pacientes afásicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Zazo Ortiz

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: verificar a presença e evolução da queixa de deglutição em pacientes afásicos pós- AVE e, a partir do relato dos familiares em relação à melhora das manifestações, analisar se a ocorrência da afasia interferiu no prognóstico da disfagia. MÉTODO: 30 pacientes afásicos pós-AVE na fase crônica foram entrevistados e, juntamente com seus familiares, responderam a um questionário sobre a presença e a permanência de queixas de deglutição pós-AVE e aspectos relacionados, bem como melhoras ocorridas em relação aos quadros de disfagia e afasia. Para verificar se a disfagia parece ter interferido no prognóstico da afasia, comparou-se as curvas de Kaplan-Meier dos pacientes que referiram queixas de disfagia com os que não referiram. RESULTADOS: 48% dos pacientes tiveram queixas de dificuldades de deglutição pós-AVE. Destes, 93% apresentaram mudanças positivas (melhora parcial ou total do quadro. O tempo médio para que o paciente apresentasse qualquer tipo de mudança (espontânea ou não foi de 76 dias. 60% referiu melhora total da disfagia, sendo que 47% foram submetidos à terapia fonoaudiológica. Em relação à afasia, 87% dos pacientes referiram melhora, apesar de nenhum paciente ter referido melhora total. 57% haviam sido expostos à terapia fonoaudiológica para a afasia. O tempo médio referido para que o paciente apresentasse qualquer tipo de mudança positiva nas manifestações foi de 183 dias. Não houve diferença significante na melhora da afasia entre o grupo com e sem queixa de deglutição. CONCLUSÕES: dos pacientes afásicos avaliados neste estudo, 48% apresentou queixa de disfagia. Verificou-se, a partir do relato dos familiares, que a ocorrência da afasia parece não ter interferido no prognóstico da disfagia.

  12. Métodos de avaliação da composição corporal em pacientes submetidos à hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamimura Maria Ayako

    2004-01-01

    Full Text Available A avaliação da composição corporal de pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise é de suma importância para propiciar uma conduta clínica e nutricional adequada, de forma a contribuir para a redução da elevada taxa de morbidade e mortalidade observada nesta população. No entanto, fatores relacionados à doença tais como anormalidades no estado de hidratação e presença de osteodistrofia renal, podem afetar a validade das técnicas de avaliação da composição corporal de pacientes com insuficiência renal crônica. Apesar dos inúmeros métodos de análise de composição corporal existentes, a maioria apresenta limitações para utilização na prática clínica da população em hemodiálise. Este artigo tem como objetivo revisar os métodos de composição corporal de fácil aplicabilidade na rotina clínica dos pacientes em hemodiálise tais como a somatória de pregas cutâneas, a bioimpedância elétrica e a interactância do infravermelho próximo.

  13. Vulnerabilidades presentes no percurso vivenciado pelos pacientes com HIV/AIDS em falha terapêutica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Petra Kelly Rabelo de Sousa

    2013-04-01

    Full Text Available Um grande avanço no tratamento da AIDS deu-se com o surgimento da terapia antiretroviral. Entretanto, diversas vulnerabilidades podem estar presentes no percurso vivenciado pelos pacientes durante o tratamento. Objetivou-se analisar as vulnerabilidades dos pacientes com HIV/AIDS em falha terapêutica. Estudo qualitativo realizado com sete usuários com AIDS considerados em falha terapêutica, em uma Unidade de Serviço Ambulatorial Especializado em HIV/AIDS, em Fortaleza-CE. Para interpretação dos dados, utilizou-se uma técnica de análise de conteúdo. Nos discursos, percebeu-se que os depoentes enfrentavam conflitos na família e, no ambiente de trabalho, dificuldades de relacionamento com as pessoas e estigma. Observou-se que os pacientes haviam vivenciado diversas situações que os tornaram mais suscetíveis à infecção por HIV e ao adoecimento.

  14. Nuevos anticoagulantes orales en pacientes con enfermedad renal crónica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lara Belmar Vega

    2017-05-01

    Full Text Available Los pacientes con enfermedad renal crónica (ERC tienen tendencias hemorrágicas y trombóticas, por lo que la indicación de anticoagulación ante la aparición de fibrilación auricular (FA es compleja. La FA es la arritmia cardíaca crónica más frecuente, siendo el tromboembolismo y el ictus isquémico en particular las complicaciones más importantes. En los últimos años se han desarrollado nuevos fármacos anticoagulantes orales que han mostrado superioridad respecto a los clásicos antagonistas de la vitamina K (AVK en la prevención de ictus, embolismo sistémico y riesgo de sangrado, constituyendo una alternativa eficaz a ellos.

  15. Paciente quirúrgico con insuficiencia renal crónica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Enrique Trujillo Salgado

    1997-08-01

    Full Text Available Se realiza una concisa revisión de los principales aspectos clínicos del paciente con insuficiencia renal crónica en relación con la cirugía y la anestesia, y se recorren tópicos vinculados al riesgo quirúrgico y la farmacología de las drogas anestésicas. Se ofrecen puntos de vista para discutir, entre las tendencias de la práctica especializada actualAn accurate review of the amin clinical aspects of the patient presenting with chronic kidney failure is made in relation to surgery and anesthesia placing emphasis on the topics related to surgical risk and pharmacology of anesthesic drugs. Different points of view to be discussed among the trends of the current specialized practice are also provided

  16. Candidíase em pacientes aidéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.E.O.P. Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Trinta e cinco aidéticos entre 19 e 55 anos admitidos e tratados de candidíase no Hospital Emílio Ribas, SP, com ELISA positivo para HIV e confirmado pelo Western Blot. Tuberculose em 9 sendo 2 com pericardite; neurotoxoplasmose em 6; neurocriptococose em 5; herpes labial em 4; pneumocistose em 3 e sarcoma de Kaposi em 2, achavam-se associadas. A concentração inibitória mínima 50% (MIC 50% para os azoles foi: ketoconazol= 2,2 µg/ml; itraconazol- 21,0 µg/ml; fluconazol = 19,0 µg/ml. O MIC 50% para ospolienos: nistatina- 50,0 µg/ml; anfotericina B= 0,12 µg/ml e para 5 fluorcitosina= 1,6 µg/ml nas 35 amostras de Candida isoladas. Testes não paramétricos de Siegel revelaram significante identificação (80% das Candida albicans na candidíase, e que a dose de AMB não modificou o número de óbitos, precoce e tardio, ocorridos nesses aidéticos. O uso prévio dos azoles e da nistatina explicaria, talvez, o elevado MIC 50% observado nas amostras de Candida isoladas.

  17. Prevalência e fisiopatologia da litíase biliar em pacientes submetidos a transplante de órgãos

    OpenAIRE

    Coelho,Júlio Cesar Uili; Contieri,Fabiana Loss de; Matias,Jorge Eduardo Fouto; Parolin,Mônica Beatriz; Godoy,Jose Luiz de

    2009-01-01

    INTRODUÇÃO: O objetivo do presente estudo é apresentar revisão da prevalência e dos principais mecanismos fisiopatológicos que levam a formação da litíase biliar em pacientes submetidos a transplante de órgãos. MÉTODOS: Revisão da literatura abrangendo 29 publicações obtidas das bases Medline/Pubmed, Scielo e Lilacs com cruzamento dos unitermos "transplante, transplante renal, transplante hepático, cálculo biliar, colecistite.". Vários estudos que utilizaram a ultrassonografia demonstraram au...

  18. Cultura e clima organizacional para segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    Santiago, Thaiana Helena Roma; Turrini, Ruth Natalia Teresa

    2015-01-01

    RESUMO Objetivo Avaliar a percepção dos profissionais de saúde sobre o clima e a cultura de segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e a relação entre os instrumentos Hospital Survey on Patient Safety Culture (HSOPSC) e o Safety Attitudes Questionnaire (SAQ). Método Estudo transversal realizado em hospital de ensino no interior do estado de São Paulo, Brasil, em março/abril de 2014. Aplicaram-se o HSOPSC, o SAQ e um instrumento para levantamento das informações sociode...

  19. Distúrbios de memória em pacientes epilépticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    STELLA FLORINDO

    1999-01-01

    Full Text Available O autor estudou distúrbios de memória em pacientes epilépticos com crises parciais complexas (CPC, com os objetivos de: 1 identificar estes distúrbios; e 2 comparar os resultados dos pacientes com os dos controles. Foram estudados 50 pacientes adultos e 20 sujeitos sem enfermidades neuropsiquiátricas. Os métodos consistiram em: 1 investigação da atividade mnemônica através do Teste de Memória de Wechsler (subtestes: Armazenamento e Recuperação, Memória Recente e Memória Imediata; e 2 comparação entre os resultados de ambos os grupos. 3 associação entre SPECT Cerebral e atividade mnemônica. Nos três subtestes, os pacientes apresentaram desempenho cognitivo significativamente inferior ao dos controles (p <0,05. Constatou-se a associação entre hipofluxo em região temporal esquerda e distúrbio da memória nos três subtestes. Concluiu-se que há associação entre CPC e distúrbios da atividade mnemônica.

  20. Ambliopia por estrabismo: estudo retrospectivo de pacientes em hospital universitário

    OpenAIRE

    Costa,Deborah Salerno; Klein,Rita de Cássia Andrade; Leite,Cristiane de Almeida; Ginguerra,Maria Antonieta da Anunciação; Polati,Mariza

    2006-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a influência da adesão ao tratamento, da gravidade da ambliopia e da idade de início do tratamento em pacientes com ambliopia por estrabismo submetidos à terapia oclusiva. MÉTODOS: Analisaram-se 569 prontuários de pacientes com ambliopia por estrabismo atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP no período de 1983 a 2000. Os critérios de exclusão foram: perda de seguimento, idade maior que 12 anos, presença de nistagmo e outras doenças oculares. Todos ...

  1. Acuidade visual e eletrorretinografia de campo total em pacientes com síndrome de Usher

    OpenAIRE

    Mendieta,Luana; Berezovsky,Adriana; Salomão,Solange Rios; Sacai,Paula Yuri; Pereira,Josenilson Martins; Fantini,Sérgio Costa

    2005-01-01

    A síndrome de Usher (SU) é doença autossômica recessiva caracterizada por perda auditiva neuro-sensorial acompanhada de retinose pigmentária (RP). OBJETIVO: Analisar a eletrorretinografia de campo total (ERG) e a acuidade visual (AV) em pacientes com síndrome de Usher tipos I e II. MÉTODOS: Foram estudadas as respostas da eletrorretinografia de campo total e a acuidade visual de 22 pacientes (idade média = 26,8±16,8 anos). Destes, 17 tinham síndrome de Usher tipo I e 5 tinham síndrome ...

  2. Anestesia em paciente com síndrome de Rubinstein-Taybi: relato de caso

    OpenAIRE

    Oliveira, Carlos Rogério Degrandi; Elias, Luciana

    2005-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A síndrome de Rubinstein-Taybi (SRT) é uma doença genética causada por uma mutação ou apagamento do cromossomo 16, caracterizada por retardo físico e mental, anormalidades craniofaciais e hálux e polegares largos. Há pouca informação sobre esta síndrome na literatura anestésica. O objetivo deste relato foi apresentar a conduta anestésica em paciente submetido à cirurgia odontológica e discutir as características de interesse para a anestesia nesses pacientes. RELATO...

  3. Abscesso renal em recém-nascidos: um relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izilda das Eiras Tamega

    2016-10-01

    Full Text Available Introdução: O abscesso renal se caracteriza pela coleção de material purulento dentro do parênquima e pode ser causado por disseminação hematogênica, ascensão pelo trato urinário e infecção de área adjacente. Sua clínica na infância é inespecífica, e pode envolver dor abdominal ou lombar, febre e calafrios, mal- estar, anorexia e perda de peso. Sua ocorrência na infância é rara, mas o diagnóstico e tratamento precoces são fundamentais para a reduzir a mortalidade. Objetivo: Relatar caso de RN admitida no CHS com abdome agudo devido a um abscesso renal. Metodologia: Informações obtidas por meio de revisão de prontuário e literatura. Relato de caso: RN de EPB, sexo feminino, 13 dias de vida, encaminhada de Tietê com queixa de irritabilidade e distensão abdominal iniciadas no primeiro dia de vida, 2 episódios de hematêmese e 4 episódios de melena. Medicada na origem com ampicilina e gentamicina e transferida para o CHS. RN de parto normal, IG =39 semanas, peso ao nascimento=3750g, sem intercorrências relatadas no pré-natal e parto. Ao exame, apresentava-se em REG, descorada 2+/4, com abdome globoso, distendido, RHA +, flácido, doloroso à palpação, fígado a 2cm RCD, baço não palpável, sem demais alterações. Foi introduzida antibioticoterapia e realizado transfusão de concentrado de hemácias, mas a paciente evoluiu com instabilidade hemodinâmica e indicada laparotomia de urgência. No intra- operatório, foi identificado abscesso renal à direita, submetido à drenagem. A paciente evoluiu bem, com boa aceitação do leite materno e sem distensão abdominal e recebeu alta. Conclusão: O abscesso renal em recém-nascido é uma doença rara de difícil diagnóstico, cujo manejo adequado é imprescindível a fim de evitar lesão renal.

  4. Rosuvastatina e ciprofibrato no tratamento da dislipidemia em pacientes com HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hamilton Domingos

    2012-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A dislipidemia secundária à terapia antirretroviral potente nos pacientes com HIV está associada à significativa elevação da morbimortalidade cardiovascular por doença aterosclerótica, sendo, portanto, necessário tratamento imediato e eficaz. OBJETIVO: Demonstrar a efetividade e a segurança da rosuvastatina e do ciprofibrato no tratamento da dislipidemia associada à terapia antirretroviral potente em pacientes com HIV. MÉTODOS: Trezentos e quarenta e seis pacientes com dislipidemia foram submetidos a tratamento farmacológico: 200 pacientes com hipertrigliceridemia receberam ciprofibrato (Grupo I; 79 pacientes com hipercolesterolemia receberam rosuvastatina (Grupo II; e 67 pacientes com dislipidemia mista receberam ciprofibrato associado a rosuvastatina (Grupo III. O perfil lipídico foi avaliado antes e após o tratamento hipolipemiante, sendo feita comparação estatística pelo teste de Wilcoxon. Transaminases hepáticas e creatinofosfoquinase foram dosadas para controle de toxicidade hepática e muscular. RESULTADOS: As concentrações séricas de triglicérides e de colesterol total foram significativamente menores do que as obtidas antes do tratamento, para os três grupos experimentais (p < 0,002. Observou-se aumento significativo do HDL colesterol nos grupos experimentais I e III (p < 0,002. Nos grupos I e II, o LDL-colesterol foi significativamente menor (p < 0,001. Nenhum dos pacientes apresentou elevações de transaminases ou de creatinofosfoquinase a níveis de toxicidade significativa. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo demonstram que ciprofibrato, rosuvastatina ou a combinação de ambos pode ser considerada tratamento hipolipemiante efetivo, seguro e com boa tolerância nos pacientes com Aids submetidos à terapia antirretroviral potente.

  5. PACIENTE EM UNIDADES MÉDICO-CIRÚRGICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Hespanhol Dorigan

    2015-01-01

    Full Text Available Este estudio tuvo como objetivo identificar los factores predictivos de la experiencia y la satisfacción del paciente con la atención de enfermería y comparar las propiedades psicometricas de la versión brasileña y la versión original del Newcastle Satisfaction with Nursing Scales. Se trata de un estudio transversal con 351 pacientes en unidades médico-quirúrgicas de un hospital universitario. Para el análisis de los dados se utilizó el método de regresión lineal múltiple. La satisfacción con la atención de enfermería en general fue el predictor de las experiencias (p<0.0001 y la satisfacción con el internamiento (p<0,0001. Otros predictores de la satisfacción con la atención fueron la edad (p=0,027, el nivel de educación (p=0,024 y la satisfacción con la hospitalización (p=0,021. Llegamos a la conclusión de que la versión brasileña del instrumento demostró confiabilidad y validez satisfactorios, así como ser fácil de usar y menos costoso.

  6. Perfil de suscetibilidade a antifúngicos de dermatófitos isolados de pacientes com insuficiência renal crônica Antifungal susceptibility of dermatophytes isolated from patients with chronic renal failure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cibele Massotti Magagnin

    2011-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: As dermatofitoses apresentam alta prevalência na população em geral e, principalmente, em pacientes com insuficiência renal crônica, necessitando tratamento com antifúngicos tópicos e/ou sistêmicos, cuja eficácia precisa ser avaliada. Estudos in vitro para avaliar a ação de antifúngicos são raros, especialmente, em fungos filamentosos. OBJETIVO: Avaliar o perfil de suscetibilidade de diferentes espécies de dermatófitos, isolados de pacientes com insuficiência renal crônica, em relação a nove antifúngicos disponíveis comercialmente para o tratamento de dermatofitoses. MÉTODO: Analisaram-se 26 isolados de dermatófitos de pacientes com insuficiência renal crônica em relação a nove antifúngicos (cetoconazol, ciclopirox olamina, fluconazol, griseofulvina, itraconazol, miconazol, piroctona olamina, terbinafina e tioconazol pelo método de microdiluição em caldo proposto pelo Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI, com modificações para dermatófitos. RESULTADOS: Entre os antifúngicos testados, a terbinafina e o tioconazol obtiveram os melhores resultados de sensibilidade e o fluconazol apresentou baixa atividade, especialmente para as amostras da espécie M. gypseum. O ciclopirox olamina, apesar de menos eficaz que a terbinafina, também mostrou resultados satisfatórios. CONCLUSÕES: De modo geral, o perfil de sensibilidade dos antimicóticos testados seguiu o padrão de resultados mostrados por estudos anteriores, ratificando a necessidade de conhecimento da espécie causadora de dermatofitose, devido à variação do perfil de suscetibilidade entre as espécies. Além disso, nossos resultados demonstram a importância da realização de ensaios de sensibilidade in vitro, pois alguns isolados da mesma espécie apresentaram diferente perfil de sensibilidadeBACKGROUND: The prevalence of dermatophytosis in the general population is high, particularly in patients with chronic renal failure

  7. Estudo da ocorrência de litíase renal e ureteral em gatos com doença renal crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Malvini Pimenta

    2014-06-01

    Full Text Available Investigou-se a ocorrência de nefrolitíase e/ou ureterolitíase em 72 gatos portadores de doença renal crônica (DRC, classificados predominantemente no estágio II, segundo os critérios designados pela IRIS - International Renal Interest Society. Destes pacientes, 47 (65,27% apresentaram litíase renal e ou ureteral. Não houve diferença estatística entre o grupo de estudo (DRC com cálculo e o grupo controle (DRC sem cálculo em relação à idade (p=0,274. Apesar disso, os pacientes portadores de nefrolitíase e/ou ureterolitíase apresentaram maiores indícios de lesão renal, caracterizados por diferenças estatisticamente relevantes da densidade urinária (p=0,013 e pelo menor tamanho dos rins direito (p=0,009 e esquerdo (p=0,048. Encontrou-se similaridade entre os grupos em relação a outros parâmetros, tais como as concentrações plasmáticas de cálcio total, cálcio ionizado, fósforo, sódio, potássio e paratormônio intacto (PTHi. Os valores das concentrações séricas de ureia e bicarbonato diferiram entre os grupos, com valores de p=0,039 e p=0,037, respectivamente. Além disso, foi mensurada a pressão arterial, que se manteve inalterada na comparação entre o grupo de estudo e o grupo controle. Os resultados obtidos reforçam a necessidade de acompanhamento ultrassonográfico de todos os pacientes portadores de DRC, mesmo daqueles assintomáticos ou em estágios iniciais da doença.

  8. Dermatite associada à incontinência: estudo de coorte em pacientes críticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Couto Machado Chianca

    2017-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivos Estimar incidência, determinar fatores de risco e propor modelo de predição de risco para desenvolvimento de dermatite associada a incontinência em pacientes adultos críticos. Método Trata-se de um estudo de coorte concorrente realizado com 157 pacientes críticos. A coleta de dados foi conduzida diariamente entre fevereiro e julho de 2015 em hospital público e de ensino de Belo Horizonte, MG. Os dados foram lançados em banco de dados, submetidos a análise descritiva de sobrevida e multivariada. Resultados Obteve-se uma incidência global de 20,4%. Foram encontrados 19 fatores de risco que apresentaram associação significativa com o problema. As variáveis encontradas no modelo de predição de risco foram: sexo masculino, trauma, uso de hipnótico/sedativos, lactulona, suporte nutricional, fezes pastosas e queixa de ardência (local. Conclusão Os resultados mostraram que a dermatite é um achado clínico comum em pacientes adultos críticos e merece atenção especial para maior qualidade da assistência de enfermagem.

  9. Qualidade de vida em pacientes submetidos à prostatectomia radical

    OpenAIRE

    Goulart, Débora Moura Miranda

    2012-01-01

    Introdução: O câncer de próstata (CaP) é entre os homens o segundo tumor maligno mais prevalente e a segunda neoplasia em causa de morte. Duas características são peculiares: a incidência aumenta com a idade e o caráter indolente na maioria dos casos. Estudos sobre o CaP são relevantes frente à elevada incidência e às altas taxas de cura quando há o diagnóstico em fases iniciais. A prostatectomia radical (PR) é o padrão ouro em tumores localizados. Como complicações cirúrgicas destacam-se,...

  10. Manifestações bucais em pacientes com hipogamaglobulinemia

    OpenAIRE

    Karin Sá Fernandes

    2010-01-01

    A hipogamaglobulinemia é uma alteração da imunidade humoral caracterizada por baixos níveis séricos de anticorpos podendo ter causas primárias e secundárias. Estes pacientes apresentam uma susceptibilidade a infecções bacterianas de repetição ou crônicas, principalmente do trato respiratório. Além disso, há alta prevalência de doenças gastrointestinais infecciosas e inflamatórias, hepatite C, doenças auto-imunes, doenças linfoproliferativas e granulomatosas. Ainda que a doença seja conhecida ...

  11. Infección por virus BK en paciente pediátrico trasplantado renal BK virus infection in a pediatric renal transplant recipient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Bonaventura

    2005-09-01

    Full Text Available El poliomavirus humano BK causa infección primaria asintomática en la niñez, estableciendo latencia principalmente en el tracto urinario. En individuos con alteración en la inmunidad celular se puede producir su reactivación desencadenando patología a nivel renal. Por estas razones es particularmente importante en la población pediátrica trasplantada renal, en la que puede producir la infección primaria cuando el paciente está inmunosuprimido. En nuestro trabajo se realizó el seguimiento de un paciente de 5 años trasplantado renal en octubre de 2003 que 45 días post-trasplante sufrió un deterioro del órgano injertado. Desde la fecha del trasplante hasta junio de 2004 se produjeron 3 episodios de alteración en la función renal, durante los cuales se analizaron muestras de sangre, orina, biopsia renal y líquido de linfocele. Para el diagnóstico difererencial entre rechazo agudo versus causa infecciosa se emplearon técnicas de detección para los virus BK, CMV y ADV, además del estudio citológico del tejido renal. Los resultados obtenidos junto con la clínica del paciente indican un probable caso de infección por BK. La importancia de realizar el diagnóstico diferencial entre rechazo agudo y la infección por BK radica en que la conducta en cuanto a la terapia inmunosupresora es opuesta en cada caso.BK Human Polyomavirus causes an asymptomatic primary infection in children, then establishing latency mainly in the urinary tract. Viral reactivation can lead to renal pathology in individuals with impaired cellular immune response. This is particularly important in pediatric transplant recipients, who can suffer a primary infection when immunosupressed. We followed up the case of a 5 years old patient who received a renal transplant in October 2003, and presented damaged graft 45 days after the intervention. The patient suffered 3 episodes of renal function failure between October 2003 and June 2004. Blood, urine, renal biopsy

  12. Utilidad del índice de masa corporal en pacientes con enfermedad renal crónica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mª Eugenia Pons Raventos

    Full Text Available Resumen Introducción: El índice de masa corporal es un indicador que se utiliza frecuentemente para identificar el sobrepeso y la obesidad en los adultos. En la población con enfermedad renal crónica, estudios de observación han reportado resultados contradictorios acerca de la asociación entre la obesidad y la mortalidad. También, diferentes autores, han observado como aquellos que presentan un índice de masa corporal elevado, demuestran un mejor estado nutricional. Objetivo: Analizar el índice de una masa corporal de los pacientes en hemodiálisis y su relación con las complicaciones. Material y Método: Estudio observacional, analítico y longitudinal. La muestra estuvo compuesta por 170 pacientes prevalentes en tratamiento con hemodiálisis o hemodiafiltración online. Se calculó el índice de masa corporal en base al peso real y la talla del paciente en el momento de la recogida de datos. Se registraron los pacientes que causaron éxitus durante el periodo de seguimiento. Resultados: Los pacientes fallecidos presentaban un índice de masa corporal menor, aunque las diferencias no resultaron estadísticamente significativas. Los pacientes que cumplieron el objetivo de índice de masa corporal, presentaron también mayores niveles de sobrehidratación, un menor índice de tejido graso, menores niveles de transferrina en sangre, un mayor Kt/ve y un mayor número de meses en terapia renal sustitutiva. Conclusiones: Un índice de masa corporal = 25 kg/m² no se asoció en nuestro caso con una mayor mortalidad, aunque si se observa una tendencia en los datos en ese sentido. Los pacientes con un índice de masa corporal = 25 kg/m2presentaban un mejor estado nutricional.

  13. Candidíase em pacientes aidéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.E.O.P. Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Trinta e cinco aidéticos entre 19 e 55 anos admitidos e tratados de candidíase no Hospital Emílio Ribas, SP, com ELISA positivo para HIV e confirmado pelo Western Blot. Tuberculose em 9 sendo 2 com pericardite; neurotoxoplasmose em 6; neurocriptococose em 5; herpes labial em 4; pneumocistose em 3 e sarcoma de Kaposi em 2, achavam-se associadas. A concentração inibitória mínima 50% (MIC 50% para os azoles foi: ketoconazol= 2,2 µg/ml; itraconazol- 21,0 µg/ml; fluconazol = 19,0 µg/ml. O MIC 50% para ospolienos: nistatina- 50,0 µg/ml; anfotericina B= 0,12 µg/ml e para 5 fluorcitosina= 1,6 µg/ml nas 35 amostras de Candida isoladas. Testes não paramétricos de Siegel revelaram significante identificação (80% das Candida albicans na candidíase, e que a dose de AMB não modificou o número de óbitos, precoce e tardio, ocorridos nesses aidéticos. O uso prévio dos azoles e da nistatina explicaria, talvez, o elevado MIC 50% observado nas amostras de Candida isoladas.A total of 35 in patients admitted at Emilio Ribas Hospital - São Paulo, Brazil, with digestive candidiasis and AIDS clinical diagnostic were evaluated 10 month later, being 29 male and 6 female; white outnumbering black with age ranged from 30 to 50 years old. Agar Sabouraud culture and tube germinative tests identified 28 (80% Candida albicans out 35 strains. Minimum inhibitory concentration (MIC 50% was against azoles (ketoconazole= 2.2 µg/ml; itraconazole = 21.0 µg/ml and fluconazole- 19.0 µg/ml; polyenes (ny statine - 50.0 µg/ml and amphotericin B= 0.12 µg/ml and 5 fluorcytosine= 1.6µg/ml. Siegeltests showed significant Candida albicans proportions in strains isolated from 35 AIDS patients. There was no significant relation between AMB dosis and early or late death. Conclusions: candidiasis in AIDS patients showed high MIC 50% to azoles and nystatine and significant Candida albicans proportion in all strains isolated from AIDS patients. Previous amphotericin B

  14. O familiar acompanhante como estimulo comportamental de pacientes internados em terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veronica Lopes Louzada Vidal

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivos deste estudo foram levantar as expressões verbais e não verbais presentes no comportamento do paciente antes, durante a inserção e permanência do familiar acompanhante no centro de terapia intensiva, e analisar comparativamente as alterações comportamentais do paciente durante esses momentos da internação. MÉTODO: O cenário foi o centro de terapia intensiva de um hospital no Rio de Janeiro, conveniado com o Sistema Único de Saúde (SUS. A abordagem qualitativa resultou da observação livre sobre o comportamento de cinco pacientes e registros em diário de campo durante três dias consecutivos. Priorizou-se observação do paciente no primeiro dia de internação e após a inserção ininterrupta do familiar acompanhante por três dias consecutivos. RESULTADOS: As mudanças nas reações verbais e não verbais do paciente após os estímulos gerados pela presença do familiar variaram de ausência de fala e movimentos, passividade no agir, a reações de aceitação dos procedimentos, comunicação cinésica ampliada e maior participação no cuidado.

  15. Albumina sérica como marcador nutricional de pacientes em hemodiálise Serum albumin as nutritional marker of hemodialysis patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelma Scheyla José dos Santos

    2004-09-01

    Full Text Available A prevalência de desnutrição protéico-energético em pacientes com insuficiência renal crônica submetidos à terapia de hemodiálise é elevada. Dentre os diversos parâmetros disponíveis para a avaliação do estado nutricional, a albumina tem sido o mais comumente utilizado para este fim visto a sua estreita associação com a morbidade e mortalidade nesta população. No entanto, vários fatores como idade, comorbidades, hipervolemia e perdas corpóreas podem influenciar as concentrações séricas de albumina. Além disso, na vigência de inflamação, condição comumente presente neste grupo de pacientes, o metabolismo da albumina pode encontrar-se alterado, influenciando os seus níveis plasmáticos. Sendo assim, esta comunicação tem como objetivo abordar os aspectos gerais da albumina e discutir a sua utilização na avaliação do estado nutricional de pacientes com insuficiência renal crônica submetidos à hemodiálise.The prevalence of protein-energy malnutrition is high in patients with chronic renal failure on long-term hemodialysis therapy. Among several parameters available for the assessment of nutritional status, albumin has been the most commonly used given its strong association with morbidity and mortality in those patients. However, many factors such as age, comorbidities, hypervolemia and body losses, can affect the serum albumin concentration. Furthermore, the albumin metabolism can be altered in the presence of inflammation, a common condition in this group of patients. Thus, this communication aimed to address the general aspects of albumin and discuss its usefulness for assessing nutritional status in chronic renal failure patients undergoing hemodialysis.

  16. CALIDAD DE VIDA Y ESTRATEGIAS DE AFRONTAMIENTO EN PACIENTES CON INSUFICIENCIA RENAL CRÓNICA SOMETIDOS A HEMODIÁLISIS, DIÁLISIS PERITONEAL Y TRASPLANTE RENAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cesar Armando Rey Anacona

    2008-07-01

    Full Text Available Se comparó la calidad de vida y las estrategias de afrontamiento en 120 pacientes con Insuficiencia Renal Crónica sometidos a hemodiálisis, diálisis peritoneal o trasplante renal, teniendo en cuenta la edad, sexo, escolaridad, estado civil y ocupación. Los instrumentos utilizados fueron una ficha sociodemográfica, la prueba de calidad de vida WHOQOL-100 (Organización Mundial de la Salud, 1998 y el Cuestionario de Estrategias de Afrontamiento (Lazarus & Folkman, 1985. Se encontró que los pacientes en tratamiento de trasplante reportaban mayor calidad de vida y mejores estrategias de afrontamiento en comparación con los otros tratamientos, siendo mayores las puntuaciones en personas con edad de transición entre adultez media y tardía, mujeres, con estudios universitarios, casados y empleados. Se discuten las implicaciones de estos hallazgos.

  17. Diagnósticos de enfermagem identificados em pacientes transplantados renais de um hospital de ensino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Soares Josino da Silva

    2009-06-01

    Full Text Available O transplante de órgãos constitui uma última esperança de sucesso na recuperação de doenças em estágio terminal. AEnfermagem participa de forma atuante desde a captação do órgão até as consultas no ambulatório após o transplante,exigindo pessoal capacitado. Esse trabalho tem por objetivos identificar os principais diagnósticos de enfermagem empacientes transplantados renais, em uma unidade de internação de um hospital de ensino no município de Fortaleza-Ce, epropor intervenções baseadas nas reais necessidades desses pacientes. Estudo descritivo-exploratório, de naturezaqualitativa. A população foi constituída por pacientes transplantados em pós-operatório mediato e com complicações póstransplante,sendo a amostra de doze pacientes. A coleta dos dados ocorreu através da aplicação de um histórico deenfermagem e para a análise foi abordada a seqüência das etapas do PE, utilizando-se a taxonomia II da NANDA. Foramidentificados dezessete diagnósticos de enfermagem, o que permitiu a elaboração de intervenções baseadas nas reaisnecessidades desses pacientes. Acreditamos que, as intervenções sugeridas fundamentadas com referencial teórico, serão desuma importância para a prática dos enfermeiros que trabalham nessa área, e principalmente no hospital em questão.

  18. Ocorrência de Dioctophyma renale em Galictis cuja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marivone V. Zabott

    2012-08-01

    Full Text Available A dioctofimose é uma parasitose causada pelo Dioctophyma renale (Goeze, 1782 de ocorrência mundial e acomete animais domésticos e silvestres. Em março de 2010, um exemplar adulto (macho de Galictis cuja (Molina, 1782, encontrado morto por atropelamento no município de Guaíra, Paraná foi encaminhado ao laboratório de Patologia Veterinária de Universidade Federal do Paraná (UFPR, Campus Palotina, para a realização da necropsia. O cadáver apresentava bom estado nutricional e autólise moderada. Foram observados três exemplares de parasitos na cavidade abdominal, mas os rins encontravam-se preservados. Os parasitos foram fixados em formol acético e encaminhados ao laboratório de Parasitologia Veterinária da UFPR para identificação. Os exemplares coletados foram identificados como Dioctophyma renale, sendo duas fêmeas, uma com 39cm de comprimento por 4mm de largura e a outra com 16cm de comprimento por 4mm de largura e, um macho com 16cm de comprimento por 3mm de largura. O presente trabalho relata a ocorrência de parasitismo por D. renale em G. cuja na região oeste do estado do Paraná.

  19. Mogadon endovenoso em pacientes epilepticos: estudo clinico-eletrencefalografico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Sergio Pires de Oliveira

    1979-03-01

    Full Text Available Foi utilizado o Mogadon injetável para o tratamento de 15 casos de "status epilépticus", 10 casos de crises intermitentes de mal epiléptico, 14 casos de síndrome de Lennox, 5 casos de crises mioclônicas e 6 casos de ausências simples. As doses utilizadas variaram entre 3,3 mg e 10 mg. Nos casos de "status epilépticus" e crises intermitentes de mal epiléptico o medicamento fez desaparecer as crises e as alterações irritativas do EEG. Houve remissão em 10 casos e melhora de outros 4 com síndrome de Lennox. A medicação produziu a abolição da sintomatologia em alguns casos de ausências puras; a melhora foi evidente, embora de duração mais curta do que a melhora nas mioclônicas. O único efeito secundário foi a sonolência, observada em alguns casos.

  20. Prevalência de deficiência de vitamina D em pacientes com úlceras de perna de etiologia venosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudine Juliana C Burkievcz

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar se a prevalência da deficiência de vitamina D em indivíduos com úlcera de perna de causa venosa é maior do que em população controle. MÉTODOS: Estudaram-se os níveis séricos de 25-OH-vitamina D por quimioluminescência em 27 portadores de úlcera venosa crônica e 58 controles do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. RESULTADOS: Os níveis de 25-OH-vitamina D3 eram inferiores a 8 ng/dl em 11,1% dos pacientes com úlcera e 3,4% dos controles; entre 8 e 20 ng/dl em 46,1% dos pacientes com úlcera e 25,8% dos controles; entre 21 e 30 ng/dl em 22.2% dos pacientes com úlcera e 27,5% dos controles e acima de 30 ng/dl em 43,1% dos controles e 18,5% dos pacientes com úlcera (p=0,04. CONCLUSÃO: Existe aumento de prevalência de deficiência de vitamina D em pacientes com úlceras venosas crônicas de pernas.

  1. Sangrado de angiomiolipoma renal en paciente con síndrome de genes contiguos (TSC2/PKD1 tras 17 años de tratamiento renal sustitutivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mónica Furlano

    2017-01-01

    Full Text Available Presentamos el caso de un varón de 32 años, con síndrome de genes contiguos TSC2/PKD1, que le ocasiona esclerosis tuberosa (ET y poliquistosis renal autosómica dominante simultáneamente. Evolucionó a enfermedad renal terminal y se realizó trasplante renal a los 12 años. Los riñones presentaban angiomiolipomas (AML, que son tumores benignos frecuentes en pacientes con ET. A los 17 años postrasplante, presentó un cuadro de dolor abdominal, anemización y hematoma retroperitoneal. Dicho hematoma se produjo por el sangrado de los AML. Como tratamiento se realizó embolización selectiva. Nuestro paciente podría haberse beneficiado en el momento del trasplante renal del tratamiento con inhibidores de mTOR. Este fármaco actúa como inmunosupresor y reductor tumoral en la ET, al disminuir el riesgo de rotura y hemorragia. En este paciente no se administró porque cuando se trasplantó no se conocía la relación de los inhibidores de mTOR con la ET. Este caso confirma que, a pesar de tratarse de pacientes trasplantados o en diálisis, el riesgo de sangrado por los AML persiste, por lo cual se propone realizar controles periódicos de los riñones propios y valorar la nefrectomía.

  2. Um Novo Indice de Doppler Tecidual para Prever Morte Cardiaca em Pacientes com Insuficiencia Cardiaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristian Mornos

    2014-01-01

    Full Text Available Fundamento: Foi demonstrado que um novo índice de Doppler Tecidual, E/(E'×S', incluindo a proporção entre a velocidade diastólica precoce transmitral e a do anel mitral (E/E', e a velocidade sistólica do anel mitral (S', tem uma boa precisão como preditor da pressão de enchimento do ventrículo esquerdo. Objetivo: Investigar o valor de E/(E'×S' para prever a morte cardíaca em pacientes com insuficiência cardíaca. Métodos: Foi realizado sucessivamente o ecocardiograma em 339 pacientes hospitalizados com insuficiência cardíaca, em ritmo sinusal, após tratamento médico adequado, no momento e um mês depois da alta. O agravamento de E/(E'×S' foi definido como um aumento do valor padrão. O ponto final foi a morte cardíaca. Resultados: Durante o período de acompanhamento (35,2 ± 8,8 meses, ocorreu a morte cardíaca em 51 pacientes (15%. O melhor valor mínimo para E/(E'× S' inicial na previsão da morte cardíaca foi de 2,83 (76% de sensibilidade, 85% de especificidade. No momento da alta, 252 pacientes (74,3% apresentaram E/(E'×S' ≤ 2,83 (grupo I, e 87 (25,7% apresentaram E/(E'×S' > 2,83 (grupo II, respectivamente. A morte cardíaca foi significativamente maior no grupo II em relação ao grupo I (38 mortes, 43,7% contra 13 mortes, 5,15%, p 2,83 no momento da alta e com um agravamento após um mês apresentaram o pior prognóstico (todos p < 0,05. Conclusão: Em pacientes com insuficiência cardíaca a relação E/(E'×S' é um poderoso preditor da morte cardíaca, especialmente quando esta estiver associada com o seu agravamento.

  3. Ritual de despedida em familiares de pacientes com prognóstico reservado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Lucrecia Lisbôa

    2003-06-01

    Full Text Available Pesquisa qualitativa que teve por objetivo investigar os efeitos terapêuticos do ritual de despedida na iminência da morte, em familiares de pacientes com prognóstico reservado. Foram estudadas oito famílias de pacientes internados em um Hospital Geral. Utilizou-se o método clínico, as técnicas de estudo de caso e entrevistas pós-óbito, dados submetidos à análise de conteúdo. Os resultados mostraram que os familiares se despediram através da comunicação verbal e não-verbal, da religião, da "liberação", do "estar junto", sendo favoráveis à realização do ritual, destacando o aprendizado, o privilégio de participar e a importância da orientação psicológica. São difuculdades: sentimentos de pena, tristeza, ajuda na aceitação da morte, a aproximação entre os familiares e o paciente, abertura da comunicação, melhoria de condilções para elaborar o luto, redefinição dos relacionamentos com a pessoa ainda em vida.

  4. O efeito da hidroterapia na dor, qualidade de vida e funcionalidade em pacientes com fibromialgia

    OpenAIRE

    Rocha, Virgílio

    2016-01-01

    Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Fisioterapia Objetivo: Sistematizar a evidência científica existente sobre o papel do efeito da Hidroterapia na Dor, Qualidade de Vida e Funcionalidade em pacientes com Fibromialgia Métodos: Estudo de revisão incluindo estudos randomizados controlados, pesquisados nas bases de dados PubMed, EBSCO, PEDro e Web of Science, com doentes com fibromialgia, cujo tipo de...

  5. Perfil sintomático de los pacientes con Enfermedad Renal Crónica Estadio 4 y 5

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Gutiérrez Sánchez

    Full Text Available Resumen Introducción: Los pacientes con Enfermedad Renal Crónica Avanzada (ERCA experimentan una gran variedad de síntomas que afectan negativamente la calidad de vida del paciente. Objetivos: Determinar la prevalencia e intensidad de síntomas y analizar su asociación con el filtrado glomerular (FG y la comorbilidad. Material y Método: Estudio transversal en el que se describe la sintomatología del paciente con ERCA en diálisis y prediálisis y se realiza un análisis de la asociación de los síntomas con el FG y la comorbilidad. Para la evaluación de síntomas se utilizó la versión española modificada de la Palliative care Outcome Scale-Symptoms Renal (POS-S Renal, un cuestionario validado para evaluar la sintomatología en esta población. La comorbilidad fue evaluada con el índice de comorbilidad de Charlson modificado (ICCm. Resultados: 180 pacientes con ERCA fueron incluidos en este estudio. Más del 44% de pacientes describieron debilidad, dolor, depresión y dificultad para dormir. Se encontraron diferencias significativas en ambos grupos para síntomas como la debilidad (p=0.027, poca movilidad (p=0.018, somnolencia (p=0.03, estreñimiento (p=0.015 y piernas inquietas (p<0.01. El declive de la función renal se asoció con la sintomatología (p=0,04. No encontramos asociación entre la comorbilidad y la sintomatología (p=0,15. Conclusiones: Los pacientes con ERCA sufren una elevada carga de síntomas. La evaluación y monitorización sistemática de síntomas mediante herramientas como el POS-S Renal puede ser útil en el ámbito clínico y en investigación. La integración de los Cuidados Paliativos en los Servicios de Nefrología puede contribuir a la optimización del manejo sintomático en esta población.

  6. Analgesia regional periférica com lidocaína em paciente queimado: relato de caso

    OpenAIRE

    Geier, Karl Otto

    2004-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A realização de anestesia regional em pacientes queimados é dificultosa pela localização aleatória das lesões térmicas. Elevadas taxas de alfa1 glicoproteína ácida com grande afinidade para drogas alcalinas, especialmente a lidocaína, têm sido observadas nesses pacientes. Este caso relata como o uso intermitente de anestesia e analgesia regional periférica com altas doses de lidocaína podem ser úteis em fornecer efetiva analgesia num paciente com queimaduras de segu...

  7. El cuidador familiar del paciente renal y su calidad de vida, Cartagena (Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Romero Massa

    2014-01-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar la calidad de vida percibida por el cuidador familiar del paciente con insuficiencia renal crónica en Cartagena. Metodología: Estudio descriptivo; se estudió a cuidadores de pacientes renales que asistían a instituciones prestadoras de servicios de hemodiálisis y diálisis peritoneal en Cartagena. Se estimó una muestra de 225 cuidadores, escogidos en forma aleatoria. La medición de calidad de vida se realizó mediante el instrumento propuesto por Ferrel. Se utilizó el programa estadístico informático de las ciencias sociales para Windows (SPSS 15,0 y los resultados fueron expresados en medidas de tendencia central, media y desviación estándar. Resultados: Participaron 225 cuidadores, 75,1 % en rangos entre 36 a 59 años de edad, 76,9 % femenino. En los cuidadores, el bienestar físico tuvo una media der 9.0, por debajo del promedio, una desviación estándar de 2,4. El bienestar psicológico y social presentaron un rango alto de afectación, con una media de 28.5, desviación estándar de 6,5, una media de 15,8 con una desviación estándar de 3,8, respectivamente. El bienestar espiritual tuvo una media de 16,3, con una desviación estándar de 3,1. Conclusiones: Ser cuidador altera la calidad de vida en las dimensiones Física, Psicologica y Social, debido a las obligaciones que implica tener a cargo los cuidados de otra persona. Como parte de un sistema que brinda cuidados informales, estos necesitan del apoyo del personal de la salud, específicamente de la disciplina de enfermería, que es el personal encargado de brindar cuidados de manera holística.

  8. Adiaspiromicose pulmonar: achado casual em paciente falecido de febre amarela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moraes Mário A.P.

    2001-01-01

    Full Text Available Durante um surto de febre amarela (forma rural da infecção instalado, em fins de 1999, no Estado de Goiás, Brasil, um enfermo, com sintomatologia suspeita, faleceu no Hospital Universitário de Brasília, DF, cinco dias após a admissão. À necropsia, microscopicamente, além das alterações hepáticas características da infecção, encontraram-se nos pulmões e linfonodos hilares, estruturas arredondadas, reconhecidas como adiaconídios de Emmonsia parva var. crescens.

  9. Dermatoses em pacientes com diabetes mellitus Skin lesions in diabetic patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N T Foss

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Ainda é desconhecida a relação do diabetes com fatores determinantes ou precipitantes de lesões dermatológicas em pacientes diabéticos. Assim, o objetivo do estudo foi investigar a presença de lesões cutâneas, não referidas pelo paciente diabético e sua relação com o controle metabólico da doença. MÉTODOS: Foram examinados 403 pacientes, dos quais 31% eram diabéticos do tipo 1 e 69% do tipo 2. Em ambulatório de um hospital universitário, os pacientes foram atendidos por endocrinologista para a avaliação endócrino-metabólica e por dermatologista para a avaliação dermatológica. O grau de controle metabólico foi documentado em 136 pacientes por meio da dosagem de hemoglobina glicada. RESULTADOS: Houve predomínio de dermatofitoses (82,6%, seguido de grupo de dermatoses como acne e degeneração actínica (66,7%, piodermites (5%, tumores cutâneos (3% e necrobiose lipoídica (1%. Entre as dermatoses mais comuns em diabéticos, foram confirmados com exame histológico: dois diagnósticos de necrobiose (0,4%, cinco de dermopatia diabética (1,2% e três casos de mal perfurante plantar (0,7%. Os valores da hemoglobina glicada foram: 7,2% em pacientes com controle metabólico adequado nos dois tipos de diabetes e de 11,9% e 12,7% nos tipos 1 e 2, respectivamente, com controle inadequado. Nos pacientes com controle metabólico inadequado foi observada freqüência maior de dermatofitoses, em ambos os tipos de diabetes. CONCLUSÕES: Os dados revelaram freqüência elevada de lesão dermatológica nos pacientes diabéticos, especialmente dermatofitoses. Dessa forma, o descontrole metabólico do diabético propicia maior suscetibilidade a infecções cutâneas.OBJECTIVE: It is yet unknown the relationship between diabetes and determinants or triggering factors of skin lesions in diabetic patients. The purpose of the present study was to investigate the presence of unreported skin lesions in diabetic patients and their

  10. Efetividade da fonoterapia em pacientes com paralisia facial pós-parotidectomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa da Hora Machado Miranda

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar a efetividade da fonoterapia em pacientes com paralisia facial decorrente da manipulação do VII nervo encefálico realizada durante o tratamento cirúrgico para neoplasia de glândula parótida, assim como, identificar e promover intervenção fonoaudiológica das alterações de sucção, mastigação e deglutição. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com análise descritiva. A avaliação constou da análise da face em repouso e em movimento, documentação fotográfica, uso do Paquímetro Digital para quantificação da paralisia facial, além da avaliação das funções estomatognáticas. A fonoterapia foi definida com base nos achados da avaliação e seguiu a necessidade de cada indivíduo. Nos resultados da avaliação pós-fonoterapia em repouso houve melhora em todos os aspectos avaliados nos quatro pacientes. Na avaliação em movimento três pacientes apresentaram movimentação mais clara da pele com aumento do número e profundidade das rugas. No registro fotográfico todos os pacientes obtiveram melhora significante nos movimentos avaliados, sendo possível observar um aumento nas linhas de expressões e maior simetria entre as hemifaces. Os valores da incompetência dos movimentos, mensurados pós-fonoterapia, demonstraram melhora significante em todos os pontos medidos. A fonoterapia proposta para os casos de paralisia facial pós-parotidectomia foi eficiente na melhora da mímica facial, sobretudo para as alterações das funções estomatognáticas. É importante salientar a necessidade de novas pesquisas envolvendo um número maior de participantes para garantir a fidedignidade dos achados.

  11. Interações Medicamentosas Potenciais em Pacientes de Unidades de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Batista Vieira

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo do estudo é determinar a frequência de interações fármaco-fármaco em prescrições de pacientes internados em unidades de terapia intensiva e analisar os fatores associados relativos à farmacoterapia e ao paciente. O estudo descritivo transversal foi realizado em dois hospitais de ensino da região centro oeste do Brasil. As interações medicamentosas potenciais foram identificadas nas prescrições do primeiro dia (24 horas e do quinto dia (120 horas de internação empregando o software Drug Reax. Dos 117 pacientes do estudo, 63,2% apresentaram interações medicamentosas potenciais nas primeiras 24 horas de internação e 68,4% pacientes em 120 horas. Houve associação estatisticamente significativa entre o número de medicamentos prescritos e a ocorrência de interações medicamentosas nos dois momentos de internação. O estudo demonstrou que a prevalência de interações fármaco-fármaco foi elevada nos hospitais investigados e que a chance de interação aumentou com o número de medicamentos prescritos, número de diagnósticos e idade maior que 60 anos. O conhecimento do mecanismo farmacológico e dos fatores de risco para interações medicamentosas potenciais contribuem para aumentar a segurança e efetividade do tratamento. Para ampliar a segurança da farmacoterapia, é essencial implementar estratégias que auxiliem a equipe de saúde a identificar as interações e implementar medidas de prevenção e monitorização de pacientes em riscos de desenvolver interações medicamentosas. A atuação do farmacêutico clínico na unidade de terapia intensiva é uma ferramenta importante para a prevenção, identificação e monitorização das interações medicamentosas.

  12. Anestesia venosa total para timectomia em paciente com Miastenia Gravis: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rezer Gabrielle

    2003-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Pacientes com doenças neuromusculares, como Miastenia Gravis, respondem de maneira anormal aos anestésicos, conforme a técnica e as drogas administradas. O objetivo deste relato é mostrar um caso de paciente portadora de Miastenia Gravis, submetida a timectomia sob anestesia venosa total com propofol e remifentanil. RELATO DO CASO: Paciente feminina, 52 anos, 72 kg, com história de Miastenia Gravis submetida a timectomia transesternal, sob anestesia venosa total, com o uso de propofol em infusão alvo controlada (3 g.ml-1 e remifentanil contínuo (0,3 µg.kg-1.min-1. Para a intubação traqueal foi utilizada succinilcolina (50 mg, sendo realizada sem dificuldade. Com a finalidade de realizar a analgesia pós-operatória, foram utilizados tramadol (50 mg, cetoprofeno (100 mg e dipirona (1 g, no per-operatório. Após a cirurgia, a infusão de propofol e remifentanil foi encerrada e, 15 minutos depois, a paciente foi extubada. A paciente apresentava-se eupnéica, acordada, sem dor, movimentando membros, com freqüência respiratória de 14 mpm e mantendo saturação de oxigênio de 97%. Permaneceu com cateter nasal de O2 a 2 L.min-1 na UTI intermediária, durante 36 horas, e recebeu alta hospitalar no 4º dia do pós-operatório. CONCLUSÕES: A anestesia venosa total, com agentes anestésicos de curta duração e sem metabólitos ativos, favoreceu a recuperação e a extubação precoce da paciente

  13. Relato de caso: anestesia em paciente portador de distrofia torácica asfixiante: Síndrome de Jeune

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deise Saletti

    2012-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Síndrome de Jeune, ou Distrofia Torácica Asfixiante, é uma doença autossômica recessiva. Esta síndrome é caracterizada por uma displasia óssea com variadas anormalidades: torácica, pancreática, cardíaca, hepática, renal e da retina. A idade em que o quadro clínico dos pacientes se apresenta está correlacionada com a gravidade da doença. Esses pacientes apresentam policondrodistrofia com costelas largas, curtas, horizontais e junções costocondrais irregulares levando a uma caixa torácica rígida e reduzida com grau de injúria respiratória variado. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 4 meses, 7 kg, portador de Distrofia Torácica Asfixiante. Apresentava-se intubado e com caixa torácica reduzida. Ecocardiograma: hipertensão pulmonar leve. Tomografia de tórax: hipoplasia pulmonar. Submetido à toracoplastia bilateral e toracotomia sob anestesia geral. Manutenção da anestesia: infusão contínua de sufentanil e sevoflurano. Parâmetros ventilatórios: ventilação mecânica ciclada à pressão. Com a abertura do tórax, houve melhora dos parâmetros ventilatórios e, após o posicionamento da prótese torácica, observou-se limitação ventilatória. Decidiu-se pela diminuição da prótese torácica com consequente melhora da ventilação. CONCLUSÕES: É imprescindível o diagnóstico de todas as anormalidades presentes para o correto manejo anestésico. Foi necessária observação para adequar ventilação pré- e pós-toracotomia/toracoplastia e para manter o paciente hemodinamicamente estável. A forma mais adequada para ventilação mecânica é a ciclada à pressão para vencer a barreira mecânica. No intraoperatório, é desejável manter o pico de pressão inspiratória o mais baixo possível para minimizar o risco de barotrauma, de impedimento do retorno venoso e diminuição do débito cardíaco.

  14. Associação entre o consumo energético e proteico e a espessura do músculo adutor do polegar em pacientes em hemodiálise = Association between energy and protein intake and the adductor pollicis muscle thickness in hemodialysis patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Machado, Alisson Diego

    2017-01-01

    Full Text Available Introdução: A desnutrição energético-proteica é frequente em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise e medidas alternativas para a avaliação do estado nutricional e do consumo alimentar podem ser empregadas na prática clínica. Objetivo: Avaliar a associação entre o consumo energético e proteico e a espessura do músculo adutor do polegar em pacientes em hemodiálise. Materiais e Métodos: Foi realizado um estudo transversal com 33 pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. Foi aplicado um questionário para a identificação do perfil sociodemográfico dos pacientes. A ingestão de energia e de proteínas foi avaliada pela aplicação de dois recordatórios de 24 horas. A espessura do músculo adutor do polegar foi aferida com auxílio de um adipômetro. A associação entre as variáveis foi avaliada por meio de testes paramétricos, análise de correlação, regressão linear e curva ROC. Resultados: A média de idade da amostra em estudo correspondeu a 68,0 anos, sendo 54,5% do sexo masculino. Pacientes com idade inferior a 60 anos e do sexo masculino apresentaram uma maior espessura do músculo adutor do polegar (p=0,01. Não houve associação entre a espessura do músculo adutor do polegar e o consumo energético e proteico. A medida também não é capaz de indicar quais pacientes apresentam uma maior ingestão de energia e proteínas. Conclusão: Em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise não houve associação entre o consumo energético e proteico e a espessura do músculo adutor do polegar e nem eficácia da medida em predizer uma maior ingestão de energia e proteínas

  15. Avaliação hemodinâmica em paciente criticamente enfermo Hemodynamic assessment in the critically ill patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Novis Rocha

    2010-06-01

    Full Text Available Uma fração crescente das atividades clínicas dos nefrologistas é exercida nas unidades de terapia intensiva (UTIs. Ao avaliar pacientes com insuficiência renal aguda no contexto de choque circulatório, que também apresentam anasarca e/ou trocas gasosas ruins, o nefrologista precisa decidir entre duas condutas antagônicas: 1 remover volume através de diálise ou diureticoterapia para melhorar o quadro edematoso; 2 administrar volume para melhorar a hemodinâmica. Para minimizar a chance de decisões incorretas, é imperativo que o nefrologista conheça as ferramentas disponíveis para avaliação hemodinâmica invasiva e de estimativa de adequação da volemia no paciente com doença crítica. Neste artigo, fazemos uma breve revisão da fisiologia da regulação do volume do líquido extracelular e, em seguida, abordamos o diagnóstico de volemia, com base em critérios clínicos e hemodinâmicos.A growing fraction of the clinical duties of Nephrologists is undertaken inside intensive care units. While assessing patients with acute renal failure in the context of circulatory collapse, which are also edematous and/or with impaired gas exchanges, the Nephrologist must decide between two opposing therapies: 1 remove volume with the aid of dialysis or diuretics to improve the edematous state; 2 volume expand to improve hemodynamics. To minimize the odds of making incorrect choices, the Nephrologist must be familiar with the tools available for determining the adequacy of volume status and for invasive hemodynamic monitoring in the critically ill patient. In this manuscript, we will briefly review the physiology of extra cellular fluid volume regulation and then tackle the issue of volume status assessment, based on clinical and hemodynamic criteria.

  16. Análise da sobrevida e fatores associados à mortalidade em receptores de transplante renal em Hospital Universitário no Maranhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inês Gomes de Oliveira

    2012-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O transplante renal (TR é considerado como a melhor terapia para a Doença Renal Crônica (DRC. Fatores associados à sobrevida dos receptores de TR devem ser avaliados tendo em vista a implementação de condutas adequadas no manejo desses pacientes. OBJETIVOS: Analisar a sobrevida de receptores de TR e fatores associados à sua mortalidade. MÉTODOS: Estudo observacional de coorte, retrospectivo, com todos os 215 pacientes submetidos a TR no Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão-HUUFMA, entre 18 de março de 2000 e 18 de setembro de 2008, com seguimento mínimo de 12 e máximo de 101 meses. Características demográficas e clínicas dos pacientes foram observadas. Utilizou-se o método Kaplan-Meier para construção das curvas de sobrevida do paciente, sendo as mesmas comparadas pelo teste log-rank. O modelo de riscos proporcionais de Cox identificou fatores associados à mortalidade. RESULTADOS: A prevalência de óbito no período foi de 10,6%. A sobrevida de 1, 3 e 5 anos com doadores vivos foi de 97,8%, 94,1% e 92,9%, respectivamente, e com doadores falecidos, 95,6% e 95,6% para 1 e 3 anos, respectivamente. Foram fatores associados à menor sobrevida do paciente: idade > 40 anos (RR = 6,19; p = 0,001; IC 95% = 2,01-18,99 e intercorrência cirúrgica (RR = 4,98; p = 0,041; IC 95% = 1,07-23,27. CONCLUSÕES: As taxas de sobrevida do receptor de TR no HUUFMA foram semelhantes àquelas encontradas em outros trabalhos, nacionais e internacionais. Idade do receptor acima de 40 anos e intercorrências cirúrgicas foram significantemente associados à mortalidade do paciente neste estudo.

  17. Variáveis relacionadas com perda da produtividade no trabalho em pacientes com espondilite anquilosante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Frauendorf

    2013-06-01

    Full Text Available A perda da produtividade no trabalho, como resultado da espondilite anquilosante, tem se tornado tema de interesse dado o seu impacto socioeconômico. Além das limitações físicas, outras variáveis parecem interferir na produtividade desses pacientes que muitas vezes são aposentados precocemente do mercado de trabalho. Assim, esse manuscrito de revisão buscou identificar artigos publicados na língua inglesa no período de janeiro de 2001 a dezembro de 2011 que discutissem essas variáveis por meio de estudos realizados com pacientes adultos com diagnóstico de espondilite anquilosante, de ambos os gêneros e que usaram instrumentos padronizados para a avaliação da atividade da doença e da capacidade produtiva no trabalho. Foram identificados 33 artigos atendendo aos critérios de inclusão e observou-se que a perda de produtividade no trabalho em pacientes com espondilite anquilosante é influenciada por variáveis demográficas, emocionais, socioculturais e ocupacionais e hábitos de vida. Compreender esses possíveis fatores de risco pode colaborar para a elaboração de estratégias preventivas para a manutenção de pacientes com espondilite anquilosante no mercado de trabalho.

  18. Consumo alimentar e estresse em pacientes com síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Helena Fadini Reis Brunori

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:Avaliar se o consumo alimentar de pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA segue as recomendações nacionais e internacionais e se existe relação com níveis de estresseMétodo:Estudo transversal com 150 pacientes com SCA que foram entrevistados utilizando-se os Questionários de Frequência Alimentar e Escala de Estresse Percebido-10.Resultados:Consumo diário acima das recomendações: colesterol (92%, fi bras (42,7% e proteínas (68%; consumo abaixo das recomendações: potássio (88% e carboidratos (68,7%; consumo conforme recomendações: sódio (53,3% e lípides (53,3%. A maioria (54% com consumo alimentar inadequado era estressada ou altamente estressada. Houve associação estatisticamente signifi cante entre menor nível de estresse e maior consumo de fibras.Conclusão:Em pacientes com SCA, o consumo alimentar esteve fora do recomendado pelas diretrizes e o menor consumo de fibras ocorre concomitantemente com maior estresse. Esforços educativos podem instrumentalizar os pacientes na adequação do consumo alimentar e no controle do estresse.

  19. Las dosis recomendadas de β-lactámicos en el paciente séptico con técnicas continuas de reemplazo renal son insuficientes

    OpenAIRE

    Paz Martín, Daniel

    2012-01-01

    La sepsis es una causa importante de morbi-mortalidad entre los pacientes ingresados en Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). En estos pacientes es prioritario tanto el control de la causa como el inicio temprano de la antibioterapia. De hecho, el retraso en el adecuado tratamiento antibiótico empeora el pronóstico de los pacientes sépticos. El fracaso renal agudo es una complicación frecuente de la sepsis que a menudo  precisa de técnicas continuas de reemplazo renal (TCRR). A pe...

  20. Validade do sintoma tosse para o diagnóstico de tuberculose pulmonar em pacientes internados em hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Berenice das Dores Gonçalves

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a acurácia do sintoma tosse como um critério diagnóstico de tuberculose pulmonar (TBP em pacientes internados em um hospital universitário. MÉTODOS: foi conduzida uma avaliação de teste diagnóstico em pacientes com idade ≥15 anos internados em hospital geral de Niterói-RJ, Brasil, em 2011 e 2012. RESULTADOS: foram incluídos 3.677 pacientes, dos quais 608 apresentaram tosse e 15 foram diagnosticados com TBP; entre 184 pacientes sintomáticos respiratórios, 10 foram diagnosticados com TBP; a acurácia do sintoma tosse para a identificação de pacientes com TB foi de 83,4%; a ausência de tosse revelou-se um bom indicador para o descarte do diagnóstico (valor preditivo negativo de 99,7%; todavia, o valor preditivo positivo foi baixo (0,99. CONCLUSÃO: a tosse produtiva apresentou boa acurácia, embora, isoladamente, não seja um bom sintoma de rastreio da TBP em ambientes hospitalares; torna-se necessário identificar outros sintomas e sinais para rastreio e diagnóstico precoce em hospitais.

  1. Estresse ocupacional em enfermeiros intensivistas que prestam cuidados diretos ao paciente crítico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Cristina Inoue

    2013-10-01

    Full Text Available Realizou-se pesquisa descritivo-exploratória em cinco instituições hospitalares da região Oeste do estado do Paraná, entre maio e julho de 2010, com o objetivo de identificar o nível de estresse em enfermeiros intensivistas que prestam cuidados diretos a pacientes críticos. Participaram 58 enfermeiros intensivistas assistenciais, cujo nível de estresse foi avaliado de acordo com o Domínio D da Escala Bianchi de Estresse. A maioria (65,5% apresentou nível de estresse médio. Os estressores com maior pontuação foram Enfrentar a morte (5,6 pontos; Atender às emergências na unidade (5,1 pontos; Atender os familiares de pacientes críticos ou Orientar familiares de pacientes críticos (ambos com 4,8 pontos. É preciso adotar estratégias para a prevenção / redução de estresse, porque os principais estressores apontados relacionam-se a atribuições específicas dos enfermeiros.

  2. Estrongiloidíase em pacientes com pênfigo foliáceo

    OpenAIRE

    Tavares-Neto,José; Alves,Denise Barcelos; Franciscon,José Umberto; Serrano,Carlos Roberto S.

    1991-01-01

    Em 30 pacientes com pênfigo foliáceo, a freqüência da estrongiloidíase foi de 40,0%, através de três exames de Baermann-Moraes. No "Hospital do Pênfigo", em Uberaba, as freqüências da estrongiloidíase nos funcionários (n = 14) e escolares (n = 47) da Escola-creche, anexa, também foram altas, respectivamente 35,7% e 23,4%. Em 7 (58,3 %) das 12 amostras do solo, do jardim/pátio do "Hospital", foram observadas formas de vida livre do Strongyloides stercoralis. O fator ambiental e a predisposição...

  3. Fobia específica: um estudo transversal com 103 pacientes tratados em ambulatório

    OpenAIRE

    Terra,Mauro Barbosa; Garcez,Joana Presser; Noll,Betina

    2007-01-01

    OBJETIVOS: Este estudo tem por objetivo investigar a presença de fobia específica (FE) entre pacientes atendidos em um ambulatório de psiquiatria. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal, no qual foi aplicado o SCID-I em 103 pacientes, para se examinar a ocorrência de fobia específica. Os dados foram analisados por meio de medidas descritivas e mediante os testes de independência baseados na estatística qui-quadrado de Pearson ou no teste exato de Fisher. RESULTADOS: Foi verificada FE em...

  4. Relevância de exames de rotina em pacientes de baixo risco submetidos a cirurgias de pequeno e médio porte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle de Sousa Soares

    2013-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A avaliação pré-operatória tem como objetivos diminuir a morbimortalidade do paciente cirúrgico, o custo do atendimento perioperatório e a ansiedade pré-operatória. A partir da avaliação clínica deve-se definir a necessidade de exames complementares e estratégias para reduzir o risco anestésico-cirúrgico. O objetivo deste trabalho foi avaliar o benefício de exames de rotina pré-operatório de pacientes de baixo risco em cirurgias de pequeno e médio porte. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo, transversal, com 800 pacientes atendidos no consultório de avaliação pré-anestésica do Hospital Santo Antonio, Salvador, BA. Foram incluídos pacientes de 1 a 45 anos, estado físico ASA I, que seriam submetidos a cirurgias eletivas de pequeno e médio porte. Avaliaram-se alterações no hemograma, coagulograma, eletrocardiograma, RX de tórax, glicemia, função renal e dosagem de sódio e potássio e as eventuais mudanças de conduta que ocorreram decorrentes dessas alterações. RESULTADOS: Dos 800 pacientes avaliados, 97,5% fizeram hemograma, 89% coagulograma, 74,1% eletrocardiograma, 62% RX de tórax, 68% glicemia de jejum, 55,7% dosagens séricas de ureia e creatinina e 10,1% dosagens de sódio e potássio séricos. Desses 700 pacientes, 68 (9,71% apresentaram alteração nos exames pré-operatórios de rotina e apenas 10 (14,7% dos considerados alterados tiveram conduta pré-operatória modificada, ou seja, solicitação de novos exames, interconsulta ou adiamento do procedimento. Nenhuma das cirurgias foi suspensa. CONCLUSÃO: Observou-se que excessivos exames complementares são solicitados no pré-operatório, mesmo em pacientes jovens, de baixo risco cirúrgico, com pouca ou nenhuma interferência na conduta perioperatória. Exames aboratoriais padronizados não são bons instrumentos de screening de doenças, além de gerar gastos elevados e desnecessários.

  5. Manobra de recrutamento alveolar e suporte ventilatorio perioperatorio em pacientes obesos submetidos a cirurgia abdominal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Forgiarini Junior

    2013-12-01

    Full Text Available O desenvolvimento da cirurgia abdominal proporcionou uma alternativa terapêutica para obesos mórbidos; entretanto, os pacientes submetidos a esse procedimento frequentemente apresentam complicações pulmonares pós-operatórias. Uma possível alternativa para a redução dessas complicações é a utilização da manobra de recrutamento alveolar e/ou estratégias ventilatórias perioperatórias, com foco na redução das complicações pulmonares pós-operatórias. Nesta revisão, são descritos os benefícios de estratégias ventilatórias perioperatórias, assim como a realização de manobra de recrutamento alveolar em pacientes obesos submetidos a cirurgia abdominal.

  6. Detecção de podocitúria em pacientes com nefrite lúpica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amelia Rodrigues Pereira Sabino

    2013-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A podocitúria tem sido detectada em doenças glomerulares, tais como em nefrite lúpica (NL, em que a proteinúria é uma manifestação importante, e sua ocorrência parece limitar-se à fase ativa da doença. OBJETIVO: Avaliar a podocitúria por imunofluorescência em pacientes portadores de NL e verificar possível associação com atividade clínica da doença. MÉTODOS: Foram avaliados 56 pacientes com NL. Os pacientes foram divididos em três grupos de acordo com o grau de atividade clínica: Grupo B, sem atividade (n = 17; Grupo C, com atividade discreta (n = 29 e Grupo D, moderada a grave (n = 10. Como grupo controle, foram incluídos 29 indivíduos saudáveis (Grupo A. A podocitúria foi estudada por meio de imunofluorescência indireta, usando-se anticorpos primários antipodocina, nefrina e sinaptopodina, e anticorpo secundário conjugado à FITC. Também foram avaliados os níveis de creatinina sérica e da relação proteína/creatinina (P/C urinária, assim como a presença de hematúria e leucocitúria. RESULTADOS: A podocitúria com antipodocina e com antissinaptopodina correlacionou-se estatisticamente com a relação P/C (p = 0,001 e p = 0,013, respectivamente. Tanto a podocitúria com antipodocina, quanto a relação P/C, apresentaram correlação significante (p < 0,001 com a graduação de atividade da doença na NL, diferentemente do que se observou com os outros dois anticorpos, antinefrina e antissinaptopodina. CONCLUSÃO: Nossos achados sugerem que a pesquisa de podocitúria com anticorpos antipodocina poderia ser útil no acompanhamento de pacientes com NL, fornecendo dados relevantes quanto à atividade da doença.

  7. Incidência de disfunção sexual em pacientes com obesidade e sobrepeso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedito Martins e Silva

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a prevalência de disfunção sexual em pacientes com obesidade e sobrepeso atendidos no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA - UFAL. MÉTODOS: trata-se de um estudo descritivo transversal. A amostra foi constituída por pacientes do sexo feminino com sobrepeso ou obesidade. Foram coletados os dados antropométricos para avaliação do índice de massa corporal (IMC e da circunferência da cintura (CC. Em todos os indivíduos foi realizada a avaliação dos níveis séricos de glicose, colesterol total e triglicerídeos. Aplicou-se a versão validada em português do Índice de Função Sexual Feminina (IFSF, que analisa a resposta sexual quanto a desejo, excitação, lubrificação vaginal, orgasmo, satisfação sexual e dor. O escore total é a soma dos escores para cada domínio multiplicada pelo fator correspondente e pode variar de '2' a '36', considerando risco para disfunção sexual um escore total menor ou igual a '26'. RESULTADOS: foram avaliadas 23 mulheres com média de idade de 44 anos, onde 73,9% eram obesas e 82,6% apresentaram risco muito aumentado para complicações metabólicas (CC e"88cm. O risco aumentado para disfunção sexual esteve presente em 78,3% das entrevistadas, ocasionando prejuízos biopsicossociais. HAS, DM e dislipidemia estavam presentes em 33,3%, 22,2% e 61,1%, respectivamente, das pacientes sob risco para disfunção sexual. CONCLUSÃO: a análise dos resultados demonstra a necessidade de uma melhor investigação e atenção dos médicos para com pacientes com obesidade ou sobrepeso.

  8. Mutação BRAF em pacientes idosos submetidos à tireoidectomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Augusto T. Bertelli

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a frequência da mutação V600E do gene BRAF em pacientes com mais de 65 anos de idade submetidos à tireoidectomia, correlacionando sua presença ou ausência com as diferentes lesões histológicas, com as variantes e com fatores prognósticos do carcinoma papilífero. MÉTODOS: Foram avaliados 85 pacientes com mais de 65 anos de idade submetidos à tireoidectomia, analisando a mutação BRAF V600E através de reação de PCR-RT realizada após a extração do DNA dos blocos de parafina. RESULTADOS: Detectou-se ausência ou presença da mutação BRAF V600E em 47 pacientes (55,3%. Entre os 17 carcinomas papilíferos estudados, sete apresentavam a mutação (41,2%. Demonstrou-se associação estatística entre a presença desta mutação e a variante clássica do carcinoma papilífero, além de tendência de associação com o extravasamento tireoideano. CONCLUSÃO: A mutação BRAF nos pacientes idosos também é exclusiva do carcinoma papilífero e tem frequência expressiva. Além disso, está relacionada à variante clássica e, possivelmente, ao extravasamento tireoideano.

  9. Prevalência de sintomas depressivos e ansiosos em pacientes com dor crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cardoso Pinheiro

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivos O presente estudo objetivou avaliar a prevalência de sintomas ansiosos e depressivos e relacioná-los com os diferentes tipos e magnitudes de dor crônica; também objetivou caracterizar a população de casos novos agendados para atendimento no ambulatório de dor crônica, no serviço onde o estudo foi realizado. Métodos Estudo de corte transversal, realizado em um ambulatório docente-assistencial para tratamento de dor crônica, realizado entre maio de 2012 e abril de 2013, com 125 pacientes. Instrumentos utilizados Questionário sociodemográfico, Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD e Escala Visual Numérica (EVN para aferir a intensidade de dor. Resultados Dor intensa foi referida por 64% (n = 80 dos pacientes. Ansiedade atingiu 65% (N = 82 dos pacientes e a depressão, 48% (N = 60. Houve correlação significante entre os mais altos escores de ansiedade (p < 0,001 e depressão (p < 0,001 com a intensidade de dor. A correlação entre intensidade de dor e sintomas ansiosos e depressivos foi positiva para dor crônica neuropática e mista. Os fatores sociodemográficos associados à intensidade de dor crônica foram: renda e religião para depressão, e tempo de dor para ansiedade. Conclusão O estudo mostrou elevada prevalência de sintomas depressivos e ansiosos em pacientes com dor crônica, assim como relação significante desses sintomas psiquiátricos com alguns tipos e intensidade de dor.

  10. Doença de lesões mínimas e glomeruloesclerose segmentar e focal em adultos: resposta a corticoide e risco de insuficiência renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcio R. R. Moura

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Introdução: O perfil clínico de pacientes brasileiros adultos com síndrome nefrótica por doença de lesões mínimas (LM e glomeruloesclerose segmentar e focal (GESF é pouco conhecido. Objetivo: Avaliamos as características clínico-laboratoriais e resposta a tratamento em pacientes adultos com síndrome nefrótica e diagnósticos histológicos de LM ou GESF. Métodos: Fez-se a análise retrospectiva de 50 pacientes adultos com LM e 120 com GESF. Todos os pacientes foram inicialmente tratados com corticosteroide. Os desfechos do estudo foram: resposta a corticosteroide, prevalência de remissão total, progressão para doença renal crônica estágio 5 (DRC5 e necessidade de terapia de substituição renal por DRC5. Resultados: Níveis iniciais de creatinina sérica foram 24% mais elevados entre pacientes com GESF (p = 0,02 e os de proteinúria foram 36% mais altos em LM (p < 0,001. Pacientes com LM foram córtico-sensíveis em 80% dos casos, com remissão total em 74%, e os pacientes com GESF em 58% (p = 0,01, com remissão total em 30% (p = 0,002. A prevalência de insuficiência renal aguda em pacientes com GESF foi de 39% (vs. 12%, p = 0,013 e DRC5 de 10% (vs. 0%, p < 0,001. Remissão completa ou parcial com o uso de corticosteroide reduziu em 83% o risco de DRC5 (p < 0,001 e remissão total associou-se a redução no risco de DRC5 de 89% (p < 0,001. Conclusão: A resposta positiva à corticoterapia foi o fator mais importante relacionado à preservação da função renal ao longo de mais de uma década de seguimento, e GESF relacionou-se a menor índice de resposta a corticosteroide.

  11. Descalonamento, adequação antimicrobiana e positividade de culturas em pacientes sépticos: estudo observacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Barberena Moraes

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar a prevalência de descalonamento antibiótico em pacientes com diagnóstico de sepse grave ou choque séptico em hospital acadêmico, público e terciário, além da adequação antibiótica e da positividade de culturas. Métodos: Foram analisadas prevalência de descalonamento, adequação antibiótica e positividade de culturas entre portadores de sepse grave e choque séptico, entre abril e dezembro de 2013, em uma unidade de terapia intensiva de um hospital universitário terciário. Resultados: Entre os 224 pacientes incluídos, o descalonamento era possível em 29,4% dos casos (66 pacientes, mas foi implementado em 19,6% deles (44 pacientes. Entre os pacientes que receberam descalonamento, metade foi por estreitamento de espectro antimicrobiano. A mortalidade foi de 56,3%, não havendo diferença entre pacientes com ou sem descalonamento (56,8% versus 56,1%; p = 0,999, assim como no tempo de internação. Terapia antimicrobiana empírica foi adequada em 89% dos casos. Houve isolamento de germe em 30% de todas as culturas e em 26,3% das hemoculturas. Conclusão: A taxa de adequação antibiótica empírica foi alta, refletindo ativa política institucional de monitorização do perfil epidemiológico e protocolos institucionais de uso de antimicrobianos. No entanto, o descalonamento antimicrobiano poderia ter sido maior do que o registrado. O descalonamento não impactou mortalidade.

  12. Ocorrência de Dioctophyma renale em Galictis cuja

    OpenAIRE

    Zabott, Marivone V.; Pinto, Simone B.; Viott, Aline M.; Tostes, Raimundo A.; Bittencourt, Laura H.F.B.; Konell, Aline L.; Gruchouskei, Leonardo

    2012-01-01

    A dioctofimose é uma parasitose causada pelo Dioctophyma renale (Goeze, 1782) de ocorrência mundial e acomete animais domésticos e silvestres. Em março de 2010, um exemplar adulto (macho) de Galictis cuja (Molina, 1782), encontrado morto por atropelamento no município de Guaíra, Paraná foi encaminhado ao laboratório de Patologia Veterinária de Universidade Federal do Paraná (UFPR), Campus Palotina, para a realização da necropsia. O cadáver apresentava bom estado nutricional e autólise moderad...

  13. Frequency of depression among patients with neurocysticercosis Depressão em pacientes portadores de neurocisticercose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Monteiro de Almeida

    2010-02-01

    Full Text Available Neurocysticercosis (NCC is a common central nervous system infection caused by Taenia solium metacestodes. OBJECTIVE: To investigate the occurrence of depression in patients with calcified NCC form. The study group consisted of 114 patients subdivided in four groups: NCC with epilepsy, NCC without epilepsy, epilepsy without NCC and chronic headache. METHOD: Depression was evaluated and quantified by the Hamilton Rating Scale for Depression (HRSD-21. RESULTS: Percentage of patients with depression was as follows: group 1 (83%; group 2 (88%; group 3 (92%; group 4 (100%. The majority of patients had moderate depression. CONCLUSION: Incidence of depression in all groups was higher than in the general population. It is possible that, in a general way, patients with chronic diseases would have depression with similar intensity. NCC is associated with the presence of depression.Neurocysticercose (NCC é uma infecção do sistema nervoso central comum causada por metacestodes da Taenia solium. OBJETIVO: investigar a ocorrência de depressão nos pacientes com NCC forma calcificada. O grupo de estudo é formado por 114 pacientes subdivididos em quatro grupos: NCC com epilepsia, NCC sem epilepsia, epilepsia sem NCC e cefaléia crônica. MÉTODO: A presença de depressão foi determinada e quantificada pela Escala de Depressão de Hamilton (HRSD-21. RESULTADOS: A porcentagem de pacientes com depressão foi: grupo 1 (83%; grupo 2 (88%; grupo 3 (92%; grupo 4 (100%. A maioria dos pacientes apresentou depressão moderada. CONCLUSÃO: A incidência da depressão em todos os grupos foi mais elevada do que na população geral, contudo não houve diferença entre os grupos estudados. É possível que, de uma maneira geral, os pacientes portadores de doença crônica apresentarem a depressão em intensidade similar. NCC está associada com a presença de depressão.

  14. Renal dysplasia in a Limousin calf Displasia renal em um bezerro Limousin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.B. Castro

    2007-04-01

    Full Text Available Descreve-se um caso de displasia renal em um bezerro Limousin, macho, de quatro meses. O animal apresentava perda de peso, baixa taxa de crescimento, anorexia, apatia, diarréia escura fétida e uremia, sem melhora apesar de tratamento. O bezerro foi sacrificado para interromper o sofrimento adicional e submetido à necropsia. Ao exame foi observado que os rins estavam pequenos, firmes, pálidos e com superfície rugosa. A cápsula estava aderida à uma superfície subcapsular irregular. O córtex tinha aparência difusamente pálida e fibrosa e apresentava múltiplos focos brancos de fibrose. A junção córtico-medular estava indistinta. O exame histologico dos rins revelou múltiplos glomérulos imaturos com núcleo periférico, capilares inaparentes e padrão arbóreo. O córtex renal apresentou túbulos primitivos com epitélio cubóide ou cilíndrico envolvido por mesênquima corado somente pelo alcian blue e não pelo tricrômico de Masson. Foi também observada leve fibrose intersticial na medula renal. Os rins mostravam estruturas em estágio inapropriado de desenvolvimento ou anômalas.

  15. Soroprevalência da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana em pacientes com tuberculose, em Londrina, Paraná

    OpenAIRE

    Morimoto,Arilson Akira; Bonametti,Ana Maria; Morimoto,Helena Kaminami; Matsuo,Tiemi

    2005-01-01

    OBJETIVO: Estimar a prevalência da soropositividade da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana em pacientes com tuberculose ativa, atendidos no serviço de Pneumologia Sanitária da 17ª Regional de Saúde do Estado do Paraná, em Londrina, e comparar os pacientes co-infectados com aqueles que apresentavam somente tuberculose, em relação à baciloscopia de escarro, exame radiológico de tórax, e forma clínica e esquema terapêutico para tratamento da tuberculose. MÉTODOS: Estudo transversal co...

  16. Análise da tendência temporal de dano renal agudo entre pacientes graves conforme polimorfi smos I/D e -262A > T da enzima conversora da angiotensina Temporal trends in acute renal dysfunction among critically ill patients according to I/D and -262A > T ACE polymorphisms

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alberto Rodrigues Pedroso

    2010-06-01

    Full Text Available A síndrome de disfunção de múltiplos órgãos e sistemas (DMOS e a disfunção renal aguda compartilham muitos dos fatores fisiológicos envolvidos em seu desenvolvimento. Estudos recentes correlacionam suscetibilidades individuais, determinadas geneticamente, à disfunção de órgãos em pacientes criticamente enfermos, situação em que o gene da enzima conversora da angiotensina (ECA poderia ser um candidato para elucidar predisposição ou risco genético. Nosso objetivo foi examinar os efeitos da presença de dois polimorfismos, I/D e -262A > T, na disfunção renal em pacientes agudamente graves do Sul do Brasil. O escore SOFA (sequential organ failure assessment à admissão e a tendência da função renal (medida pelo escore renal diário do SOFA foram determinados em pacientes de unidade de terapia intensiva (UTI. Um total de 153 pacientes adultos (79 homens foi incluído no estudo. Houve monitoração diária da função renal durante toda a permanência na UTI e também pós-UTI. Observou-se a progressão para insuficiência renal (SOFA 3 e 4 nos primeiros sete dias de internação em UTI, bem como necessidade de diálise. As frequências genotípicas gerais em nossa amostra foram II = 0,17; ID = 0,46; DD = 0,37; e AA = 0,30; AT = 0,55; TT = 0,15; e as frequências alélicas foram I = 0,40, D = 0,60; e A = 0,56; T = 0,44. Este é o primeiro estudo para verificar a influência de polimorfismos I/D e -262A > T da ECA em disfunção renal aguda em pacientes críticos. Nenhuma associação significativa foi encontrada entre os genótipos ou as frequências alélicas e a evolução da função renal. Os polimorfismos I/D e -262A > T da ECA não têm impacto significativo sobre a evolução da função renal durante a primeira semana de internação na UTI nem exercem qualquer influência sobre a mortalidade em pacientes graves.Multiple organ failure syndrome and acute renal dysfunction share many of physiologic factors involved in

  17. Pacientes transplantados renais: análise de associação dos diagnósticos de enfermagem Pacientes trasplantados renales: análisis de asociación de los diagnósticos enfermeros Kidney transplanted patients: nursing diagnoses association analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira

    2010-03-01

    Full Text Available A insuficiência renal crônica é uma doença com sérias implicações físicas, psicológicas e sócio-econômicas para o paciente. O transplante renal proporciona qualidade de vida aos renais crônicos. O objetivo desse estudo é analisar as associações entre os diagnósticos de enfermagem, os fatores relacionados e as características definidoras presentes em pacientes transplantados renais de um hospital universitário. Um estudo transversal de caráter exploratório e descritivo foi desenvolvido com 58 pacientes entre os meses de dezembro de 2004 e abril de 2005. Os instrumentos de coleta de dados foram: roteiros de entrevista e exame físico. Os resultados mostraram associações entre Padrão de sono perturbado e Disfunção sexual, Padrão de sono perturbado e Padrões de sexualidade ineficazes, Disfunção sexual e Padrões de sexualidade ineficazes. Conclui-se que o estudo contribuiu para a identificação de diagnósticos de enfermagem relacionados a características específicas destes pacientes.La insuficiencia renal crónica es una enfermedad con serias implicaciones físicas, psicológicas y socio-económicas para el paciente. El trasplante renal proporciona calidad de vida a los renales crónicos. El objetivo de ese estudio es analizar las asociaciones entre los diagnósticos enfermeros, los factores relacionados y las características definitorias presentes en pacientes trasplantados renales de un hospital universitario. Un estudio transversal de carácter exploratorio y descriptivo ha sido performado con 58 pacientes entre los meses de diciembre de 2004 y abril de 2005. Los instrumentos de recogida de datos fueron: guión de entrevista y examen físico. Los resultados mostraron asociaciones entre Deterioro del patrón de sueño y Disfunción sexual, Deterioro del patrón de sueño y Patrones sexuales inefectivos, Disfunción sexual y Patrones sexuales inefectivos. Se concluye que el estudio aportó para la identificaci

  18. AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA SUBMETIDOS À HEMODIÁLISE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Arlene FAUSTO

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: No presente trabalho foi avaliado o estado nutricional de pacientes portadores de insuficiência renal crônica e submetidos à hemodiálise. Observou-se que tanto a ingestão energética como a protéica estiveram abaixo da recomendada. A ingestão energética foi aproximadamente 71% da recomendada e a protéica, 86%. As medidas antropométricas variaram entre 52% (prega cutânea tricipital e 90% (circunferência branquial dos valores padrões. Desta maneira, pôde-se verificar que um número significativo de pacientes apresentava alterações de parâmetros nutricionais e também na ingestão de nutrientes, predominantemente de energia. Portanto, é possível supor que as alterações nutricionais observadas, neste grupo de pacientes, estejam relacionadas com a deficiência na ingestão global de alimentos. PALAVRAS-CHAVE: Avaliação nutricional; insuficiência renal crônica; hemodiálise; desnutrição; energia; proteínas.

  19. Testagem do 1 - beta - D - Ribofuranosil, 1.2.4 - triazole - 3 - carboxamide em pacientes com hepatite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácio Ferreira Morgado

    1976-02-01

    Full Text Available Realizou-se estudo do tipo duplo anonimato em 18 pacientes com hepatite aguda benigna. O gruoo experimental foi testado com uma provável droga de ação antiviral: 1-BETA-D-RIBOFURANOSIL, 1,2,4-TRIAZOLE-3- CARBOXAMIDE. O grupo controle ingeriu um placebo de lactose. Teve-se especial cuidado na seleção de pacientes, incluindo apenas pacientes que preenchessem critérios bem estabelecidos. Os pacientes foram seguidos semanalmente, avaliando-os clínica e laboratorialmente. Os resultados não evidenciaram diferenças significativas entre os dois grupos, sugerindo-se estudos com casuística mais numerosa e em regime de internação hospitalar.

  20. Fisioterapia respiratoria na pressao intracraniana de pacientes graves internados em unidade de terapia intensiva: revisao sistematica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Lima Ferreira

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar os desfechos aumento/diminuição da pressão intracraniana e/ou queda da pressão de perfusão cerebral, proporcionados pela fisioterapia respiratória em pacientes graves assistidos em unidade de terapia intensiva. Métodos: Por meio de uma revisão sistemática da literatura, foram selecionados ensaios clínicos publicados entre 2002 e 2012. A busca envolveu as bases de dados LILACS, SciELO, MedLine e PEDro, usando os descritores "physical therapy", "physiotherapy", "respiratory therapy" e "randomized controlled trials" em cruzamento com o descritor "intracranial pressure". Resultados: Foram incluídos 5 estudos, que somaram 164 pacientes, com média de idade entre 25 e 65 anos, e que indicaram que as manobras de fisioterapia respiratória aumentaram significativamente a pressão intracraniana, sem alterar a pressão de perfusão cerebral. Os artigos abordaram as técnicas de vibração, vibrocompressão, tapotagem, drenagem postural, além da manobra de aspiração intratraqueal. Todos os pacientes estavam sob ventilação mecânica invasiva. Conclusão: A fisioterapia respiratória promove aumento da pressão intracraniana. Os estudos sugerem que não há repercussões hemodinâmicas e respiratórias a curto prazo ou alteração da pressão de perfusão cerebral. Entretanto, não há estudos que avaliem desfechos clínicos e que assegurem a segurança das manobras.

  1. Doença celíaca é super-representada em pacientes com constipação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rolf A. A. Pelleboer

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Tem sido sugerido que pacientes com constipação sejam triados para doença celíaca. Da mesma forma, recomenda-se a investigação desses pacientes para hipotiroidismo e hipercalcemia. Contudo, nenhuma evidência para essas recomendações está disponível até o momento. Assim, propusemos-nos determinar a prevalência de doença celíaca, hipotiroidismo e hipercalcemia em crianças com constipação. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectivo com 370 pacientes consecutivos que preencheram os critérios de Roma III para constipação. Esses pacientes foram encaminhados por um clínico geral a um pediatra devido ao fracasso no tratamento com laxantes. RESULTADOS: A biópsia comprovou doença celíaca em sete desses pacientes. Isso é significativamente mais alto (p < 0,001 do que a prevalência de 1:198 de doença celíaca nos Países Baixos. Dois pacientes tinham tiroidite autoimune. Nenhum paciente tinha hipercalcemia. CONCLUSÕES: Conclui-se que a doença celíaca é significativamente super-representada em pacientes com constipação encaminhados por um clínico geral a um pediatra devido ao fracasso no tratamento com laxantes. Todos esses pacientes devem, portanto, ser triados para doença celíaca.

  2. PESQUISA DE HEMOGLOBINOPATIAS E TALASSEMIAS EM PACIENTES PORTADORES DE LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO.

    OpenAIRE

    Castro, Frank Sousa

    2005-01-01

    13 O Lúpus Eritematoso Sistêmico é uma doença tipicamente multigênica e multifatorial, com grande complexidade clínica e fisiopatológica. As causas do LES não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que fatores ambientais e genéticos estão envolvidos. As manifestações clínicas observadas em pacientes acometidos pelo LES são diversificadas como fadiga, mal-estar, emagrecimento, artrite, febre, nefrite, vasculite e anemias. Dentre as várias manifestações clínicas observadas ...

  3. Tracoma em pacientes com conjuntivite alérgica Trachoma in patients with allergic conjunctivitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Haroldo de Lucena Bezerra

    2010-06-01

    Full Text Available Objetivos: Este trabalho teve o objetivo de identificar possível associação entre conjuntivite alérgica e infecção por Chlamydia trachomatis. Método: Realizamos um estudo prospectivo em 104 olhos de 52 pacientes com hipótese diagnóstica de conjuntivite alérgica primaveril e atópica. Os pacientes foram examinados no Núcleo Especializado em Oftalmologia de João Pessoa - NEO. Foi realizada em todos os 52 pacientes, a citologia conjuntival, uma vez que pode evidenciar a presença de eosinófilos e corpúsculos de inclusões no esfregaço do raspado conjuntival, como também a imunofluorescência direta por ser o exame de escolha para confirmação de infecção por Chlamydia trachomatis. Todos os procedimentos foram aprovados pelo Comitê de Ética em pesquisa. Resultados: Dos 52 pacientes, 41 (78,8% apresentou conjuntivite primaveril e 11 (21,2% conjuntivite atópica. Quarenta e um (78,8% eram do sexo masculino e 11 (21,2% do feminino. As idades variaram de 3 a 19 anos, com uma média de 9,8 anos. Quanto à distribuição racial, 16 (30,8% pacientes eram brancos, 14 (26,9% eram negros e 22 (42,3% eram pardos. Pacientes com doença alérgica sistêmica observou-se que 25 (48,1% pacientes apresentaram asma brônquica, 20 (38,5% rinite alérgica e 5 (9,6% dermatite atópica. Os principais sintomas relatados pelos pacientes foram coriza (59,6%, prurido ocular (98,1%, ardor ou queimação (61,5%, lacrimejamento (65,3% e fotofobia (61,5%. Os principais sinais clínicos foram: hiperemia ocular (100%, bilateralidade (100%, papilas no tarso (92,3% e secreção mucosa (82,7%. A citologia do raspado conjuntival encontrou o eosinófilo em 86,5% dos casos. Apenas 7 pacientes não apresentaram eosinófilos no raspado conjuntival. Observamos que 3 pacientes (5,8% apresentou imunofluorescência positiva para Chlamydia, evidenciando associação entre conjuntivite alérgica e tracoma. Conclusão: É importante determinar a existência simultânea de

  4. Qualidade de vida em pacientes com endometriose: um estudo de revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Paula Custódio Silva

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: O presente estudo teve como objetivo mostrar os principais resultados dos estudos que avaliaram qualidade de vida (QV em mulheres com endometriose. Também são apresentadas estratégias para promoção da saúde, visando demonstrar as pacientes com essa condição ginecológica que é possível viver bem mesmo sendo portadora de uma doença crônica. Métodos: Para isso, foi realizada uma pesquisa bibliográfica no PubMed utilizando os descritores quality of life and endometriosis e os seguintes filtros: artigos com abstract disponível, com data de publicação dos últimos 10 anos, em humanos do sexo feminino, idioma inglês/português e cujos termos constavam no título/abstract. A busca foi realizada em dezembro de 2013, resultou em 147 artigos e de acordo com os critérios de inclusão, 12 foram selecionados para leitura. Resultados: Todos os artigos evidenciaram que as mulheres com endometriose apresentaram uma redução na QV e cinco estudos associaram nível socioeconômico, intensidade da dor e hábitos saudáveis como fatores que influenciam a QV dessa população. No entanto, nenhum dos estudos propõe as pacientes com a doença estratégias para a melhora da QV. O presente estudo mostra os benefícios da prática regular de atividade física em elevar a QV e, portanto, estimula sua realização como uma maneira de minimizar os sintomas da endometriose, em especial a dor e os sintomas psicológicos. Conclusão: Considerando que a endometriose é uma doença complexa e prevalente, o ideal seria o fornecimento de um atendimento holístico as pacientes, executado por uma equipe multidisciplinar que atuaria de modo integrado na orientação, acompanhamento e tratamento das mulheres com endometriose.

  5. Achados tomográficos em 1000 pacientes consecutivos com antecedentes de crises epilépticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Trentin Ana Paula

    2002-01-01

    Full Text Available Analizamos retrospectivamente as tomografias computadorizadas (TC de crânio de 1000 pacientes consecutivos, com história clínica de crises epilépticas classificadas do ponto de vista clínico em generalizadas (CG e parciais (CP. Nossos resultados mostraram a presença de CG em 70,7% dos pacientes, sendo 57,1% do sexo masculino e 42,9% do sexo feminino e, CP em 29,3%, sendo 60,0% do sexo maculino e 40,0% do sexo femninino. As faixas etárias de maior incidência foram entre 0 a 10 (31,0% e 11 a 20 (21,8% anos nos pacientes com CG e 0 a 10 (24,5%, 21 a 30 (16,7% e 31 a 40 anos (18,4% nos pacientes com CP. Os resultados tomográficos no grupo com CG foram: normais (48,8% e alterados em 51,2%, sendo esses achados definidos como calcificações/cisticercose (14,0%, neurocisticercose/cistos (9,6% hidrocefalia (4,4%, infarto (4,2%, indefinido (4,0%, tumor (2,5% entre outros (12,5,%. Nos pacientes com CP os exames tomográficos foram normais em 37,4%, alterados em 62,7%, tendo os diagnósticos de neurocisticercose/cistos (12,2%, calcificações/cisticercose (11,2%, tumor (10,5%, indefinido (8,1%, infarto (5,4%, hidrocefalia (3,7% e outros (11,6%. Salientamos a importância da TC em pacientes com epilepsia, particularmente para o diagnóstico de neurocisticercose.

  6. Espectro óculo-aurículo-vertebral em pacientes com defeitos cardíacos congênitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Fabiano Machado Rosa

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há poucos estudos avaliando a frequência do espectro óculo-aurículo-vertebral (EOAV nos pacientes com defeitos cardíacos congênitos (DCC. OBJETIVO: Verificar a frequência do EOAV em uma amostra de pacientes com malformações cardíacas graves. MÉTODOS: Avaliamos uma coorte prospectiva de pacientes com DCC, admitidos em uma unidade de terapia intensiva (UTI cardiopediátrica no Brasil. O diagnóstico de EOAV foi feito com base em dados clínicos, considerando critérios padrões. Os pacientes que preenchiam esses critérios foram submetidos ao cariótipo de alta resolução com bandamento GTG e hibridização fluorescente in situ para a microdeleção 22q11.2. O teste exato de Fisher (P < 0,05 foi usado para as análises estatísticas. RESULTADOS: Durante o período de avaliação, 330 pacientes foram hospitalizados pela primeira vez na UTI, mas trinta deles não participaram deste estudo. Dos 300 pacientes que constituíram a amostragem final, o EOAV foi verificado em três casos (1%. Todos apresentaram estudos citogenéticos normais. CONCLUSÃO: O EOAV parece ser uma condição frequente em pacientes com DCC. Contudo, não podemos excluir a possibilidade de que a frequência de EOAV encontrada em nosso estudo possa ter sido subestimada devido à baixa taxa de detecção pré-natal de DCC e ao acesso limitado dos pacientes ao tratamento médico apropriado em nosso meio. Estudos prospectivos futuros com critérios clínicos bem definidos e pacientes com defeitos leves e graves serão importantes para avaliar o papel do EOAV na população em geral de indivíduos com malformações cardíacas.

  7. Alteracoes vasculares em rins de doadores falecidos retardam a recuperacao da funcao do enxerto apos o transplante renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Igor Denizarde Bacelar Marques

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar as características do doador de múltiplos órgãos, incidência e duração da função retardada do enxerto (FRE, e seu impacto na função renal no primeiro ano após o transplante. Métodos: Foi realizado um estudo retrospectivo, unicêntrico, observacional, analisando os transplantes renais com doador falecido realizados em 2010 no nosso serviço. Resultados: A taxa de FRE foi de 68%, com mediana de duração de 12 dias (variação, 1-61 dias. Quarenta e quatro (38% pacientes apresentaram FRE com 12 ou mais dias de duração (FRE prolongada. A idade média dos doadores foi de 43 ± 13 anos e 37% deles eram hipertensos. Em 59% dos doadores, a causa da morte foi acidente cerebrovascular, e o tempo de isquemia fria (TIF médio foi de 23 ± 5 horas. Os receptores tinham idade média de 51 ± 15 anos, tempo em diálise de 43 meses (variação, 1-269 e 25% eram sensibilizados (PRA > 0%. No modelo de regressão logística multivariada, a presença de vasculopatia na biópsia de captação foi o único fator de risco independente para o desenvolvimento de FRE prolongada [OR 3,6 IC 95% (1,2-10,2, p = 0,02]. Os pacientes com FRE prolongada apresentaram pior função renal 1 ano após o transplante em comparação com os pacientes sem FRE (SCr 1,7 vs. 1,3 mg/dL, respectivamente, p = 0,03. Conclusão: A presença de vasculopatia na biópsia de captação foi identificada como fator de risco independente para o desenvolvimento de FRE prolongada. A FRE prolongada foi associada com pior função renal no 1º ano após o transplante.

  8. Síndrome da angústia respiratória aguda associada à varicela em paciente adulto: exemplo de suporte respiratório extracorpóreo em doenças endêmicas brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela da Silva Mendes

    2014-12-01

    Full Text Available Descreveu-se aqui o caso de um homem de 30 anos de idade com quadro de varicela grave, hipoxemia refratária, vasculite do sistema nervoso central e insuficiência renal anúrica. Foi necessário transporte por ambulância com suporte respiratório extracorpóreo veno-venoso, sendo este utilizado até a recuperação do paciente. Discute-se o potencial uso de oxigenação por membrana extracorpórea em países em desenvolvimento para o controle de doenças comuns nestas áreas.

  9. Caracterização e evolução clínica dos pacientes transplantados atendidos em uma Unidade Pós Operatória de Alta Complexidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Vieira Pereira Evangelista

    2018-03-01

    Full Text Available Objetivo: caracterizar os pacientes transplantados atendidos em uma unidade de alta complexidade e sua evolução clínica. Metodologia: estudo descritivo, documental, com abordagem quantitativa. Realizado em uma unidade pós-operatória de alta complexidade em transplantes, de um Hospital Público Terciário, do Município de Fortaleza. A amostra constituída por 109 fichas, dos pacientes transplantados renais, no período de janeiro de 2014 a julho de 2016. A coleta de dados foi realizada no período de fevereiro a março de 2017. Os resultados foram tabulados em uma planilha do programa Excel do Windows XP Profissional, com parecer favorável pelo comitê de ética do referido hospital, sob Protocolo nº 754.462. Resultados: houve uma predominância do sexo masculino em relação ao feminino. Predomínio da faixa etária de 29 a 39 anos, com 33% dos casos. Conforme identificado, o tipo de doação renal que mais se destacou foi de doador falecido, que representou 97,2% dos transplantes realizados, enquanto com doador vivo foi apenas 2,8%. Em relação ao tempo que os pacientes permaneceram em tratamento dialítico antes do transplante, observou-se uma predominância deste tratamento substitutivo por mais de 24 meses com 62,3% dos casos. Conclusão: o transplante renal não representa uma cura, e sim uma outra forma de tratamento substitutivo, é uma opção que abre possibilidades para uma vida bem próxima da normalidade.

  10. Chronic kidney disease: information on southern brazilian patients with kidney disease = Insuficiência renal crônica: conhecendo o paciente nefropata sulbrasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roger Haruki Yamakawa

    2012-10-01

    Full Text Available The profile of patients undergoing haemodialysis in the dialysis unit of Hospital Santa Casa de Maringá, Maringá PR Brazil, is provided. A questionnaire on social and economic data and underlying diseases prior to the Chronic Kidney Disease (CKD identified the patients’ profile. The project was approved by the Ethics Committee of the institution. Eighty-three patients, with 54.21% males, were interviewed. Age bracket ranged between 20 and 59 years in 65.06% of patients. Only 27.71% maintained jobs after the diagnosis and the start of treatment; 63.86% had an average personal income between 1 and 3 minimum wages; 63.85% did not practice any physical activity. Moreover, 53.01% belonged to the European-Brazilian white group; 20.48% to the Afro-Brazilian brown group; 19.28% to the Afro-Brazilian Negro group; 6.02% to other ethnic groups. Further, 85.54% patients reported having an underlying disease prior to the CKD, namely, 61.45% were hypertensive; 31.33% were diabetics and 20.48% had other diseases. Results show the need of a greater attention to these patients’ health care to reduce the negative impacts related to the chronic disease focused.Este estudo teve como objetivo identificar o perfil dos pacientes em tratamento hemodialítico do setor de diálise do Hospital Santa Casa de Maringá - Paraná, Brasil. Para a identificação do perfil destes pacientes foi utilizado um questionário contendo questões que abrangem dados socioeconômicos e doenças de base anteriores à Insuficiência Renal Crônica (IRC. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Entre os 83 pacientes entrevistados, 54,21% eram do sexo masculino. A faixa etária variou de 20 a 59 anos para 65,06% dos pacientes. Somente 27,71% continuaram trabalhando após o diagnóstico e início do tratamento. A renda pessoal média ficou entre um e três salários mínimos para 63,86% dos indivíduos. A atividade física está ausente em 63

  11. Diagnosticos de enfermagem em pacientes classificados nos niveis I e II de prioridade do Protocolo Manchester

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Chaves de Souza

    2013-12-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar possíveis diagnósticos de enfermagem em pacientes classificados nos níveis I e II de prioridade do protocolo Manchester. Trata-se de estudo descritivo retrospectivo, cuja amostra foi de 40 prontuários de pacientes classificados nos níveis I e II de prioridade. Para identificação dos diagnósticos de enfermagem dois especialistas analisaram sinais e sintomas registrados nos prontuários dos pacientes no momento da classificação de risco. No nível I de prioridade, os diagnósticos de enfermagem mais frequentes foram: dor aguda (65,0%, padrão respiratório ineficaz (45,0% e troca de gases prejudicada (40,0%. No nível II de prioridade foram: dor aguda (80,0%, náusea (10,0% e risco de desequilíbrio eletrolítico (10,0%. Percebeu-se que a utilização do protocolo de Manchester favorece a identificação de características definidoras e fatores relacionados/fatores de risco que subsidiam a elaboração de diagnósticos de enfermagem na classificação de risco.

  12. Efeito do treinamento resistido em paciente com fibromialgia: estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Zadorosnei Rebutini

    2013-06-01

    Full Text Available A fibromialgia (FM é uma doença idiopática de ordem reumatológica e incurável que causa dores crônicas e possui tratamento complexo e multifatorial. O exercício físico pode fazer parte do tratamento por atenuar parte dos sintomas da FM, porém a literatura ainda carece de informações sobre tipo, intensidade, duração e frequência ótimos contra os sintomas da FM. O objetivo do presente estudo foi verificar o efeito de 12 semanas de treinamento resistido em uma paciente com FM que não fazia tratamento farmacológico. Os resultados indicaram que 12 semanas de treinamento resistido foi capaz de reduzir as dores, melhorar a capacidade funcional, o bem-estar geral e a qualidade de vida da paciente. O treinamento resistido pareceu atenuar os efeitos negativos da FM e parece ser uma ferramenta promissora para pacientes com FM que gostem desse tipo de atividade.

  13. Avaliação da suscetibilidade à varicela no paciente pediátrico portador de insuficiência renal crônica Evaluation of chickenpox susceptibility in children with chronic renal failure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evandro Roberto Baldacci

    2008-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a suscetibilidade natural à varicela de crianças e adolescentes portadores de insuficiência renal crônica (IRC. MÉTODOS: Estudo transversal de 83 pacientes com idade acima de 18 meses e inferior a 18 anos, durante 2000 e 2001, com ritmo de filtração glomerular (RFG abaixo de 70mL/min/1,73m², portando cartão vacinal preconizado pela Fundação Nacional de Saúde e que não receberam nenhuma dose da vacina específica. Do total, três pacientes (3/83 foram excluídos, por terem recebido doses da vacina por meio de órgãos não governamentais. A sorologia foi realizada pelo método Enzyme-Linked Immuno Sorbent Assay, considerando-se títulos sorológicos protetores acima de 100mUA/mL. RESULTADOS: Os pacientes renais crônicos tinham idade mediana de 11 anos, 66% eram masculinos, 60% procedentes do próprio município de São Paulo, com RFG médio de 33,6mL/min/1,73m². O diagnóstico clínico de varicela por profissional médico ocorreu em 39 pacientes; destes, 10% se mostraram soronegativos. Dos 80 pacientes restantes, 21 (26% apresentaram títulos não protetores para varicela. A prevalência de suscetibilidade em menores de seis anos foi 7,93 (IC95%=3,29-19,12 vezes superior à de maiores de seis anos. CONCLUSÕES: Houve diminuição da suscetibilidade à varicela com a idade. Pacientes abaixo de seis anos foram cerca de oito vezes mais suscetíveis à varicela que os renais crônicos com idade mais avançada e duas vezes mais suscetíveis do que a população pediátrica brasileira de mesma idade.OBJECTIVE: To evaluate the immune response to chickenpox natural infection in pediatric patients with chronic renal insufficiency. METHODS: This cross-sectional study enrolled 83 patients between 18 months and 18 years old, with glomerular filtration rate below 70mL/min/1.73m², during the years 2000 and 2001, who did not received specific immunization according to official documentation. Three patients (3/83 had been

  14. Evolução da função renal de pacientes portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Evolución de la función renal de pacientes portadores del Virus de la Inmunodeficiencia Humana/ Síndrome de la Inmunodeficiencia Adquirida Renal function in patients with Human Immunodeficiency Virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniane Bornea Friedl

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a evolução da função renal em pacientes portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana que iniciaram acompanhamento no Centro de Controle de Doenças Infecciosas do Hospital São Paulo/ Universidade Federal de São Paulo. MÉTODOS: Estudo retrospectivo realizado através da análise de 200 prontuários selecionados de forma aleatória. RESULTADOS: Perfil predominante masculino, cor branca, idade média de 45 anos, mais de 50 meses de diagnóstico, co-morbidades adquiridas variando de zero a nove doenças, creatinina média de 0,93mg/dl e a grande maioria realizando tratamento medicamentoso. CONCLUSÃO: O grupo analisado não mostrou alteração significativa em relação à função renal entre a primeira e a última consulta.OBJETIVO: Evaluar la evolución de la función renal en pacientes portadores del Virus de la Inmunodeficiencia Humana que iniciaron acompañamiento en el Centro de Control de Enfermedades Infecciosas del Hospital Sao Paulo/ Universidad Federal de Sao Paulo. MÉTODOS: Estudio retrospectivo realizado a través del análisis de 200 historias clínicas seleccionadas de forma aleatoria. RESULTADOS: Perfil predominante masculino, raza blanca, edad promedio de 45 años, más de 50 meses de diagnóstico, comorbidades adquiridas variando de cero a nueve enfermedades, creatinina promedio de 0,93mg/dl y la gran mayoría realizando tratamiento medicamentoso. CONCLUSIÓN: El grupo analizado no mostró alteración significativa en relación a la función renal entre la primera y la última consulta.OBJECTIVE: To evaluate the renal function in patients with Human Immunodeficiency Virus who were attending the Center for Infectious Diseases Control of the São Paulo Hospital of the Federal University of São Paulo. METHODS: This retrospective study consisted of the review of 200 randomly selected medical records. RESULTS: Patients were predominant white males with a mean age of 45 years. They had been diagnosed with

  15. Vasculite mesentérica em paciente com lúpus eritematoso sistêmico juvenil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adão F. Albuquerque-Netto

    2013-04-01

    Full Text Available A vasculite mesentérica lúpica (VML é uma rara causa de dor abdominal aguda. Há poucos relatos de caso demonstrando VML em adultos e, particularmente, em crianças e adolescentes. No entanto, para o nosso conhecimento, a prevalência dessa grave vasculite em uma população pediátrica com lúpus ainda não foi estudada. Portanto, dados de 28 anos consecutivos foram revisados e incluídos 5.508 pacientes em seguimento no Hospital da Faculdade de Medicina da Univesidade de São Paulo (FMUSP. Identificamos 279 (5,1% casos que preencheram critérios de classificação diagnóstica do American College of Rheumatology para lúpus eritematoso sistêmico (LES e um (0,4% desses apresentou VML. Este paciente recebeu diagnóstico de LES aos 11 anos de idade. Aos 13 anos foi hospitalizado com dor abdominal difusa e aguda, náuseas, vômitos biliosos, distensão e rigidez abdominal, com descompressão brusca positiva. O paciente foi prontamente submetido à laparotomia exploradora, identificando isquemia intestinal segmentar, com edema de parede intestinal e aderências. Foi realizada ressecção parcial de intestino delgado, com lise das aderências e pulsoterapia com metilprednisolona. A análise histopatológica identificou arterite de vasos mesentéricos. Após 13 dias, apresentou recorrência de dor abdominal difusa intensa, sendo novamente submetido à laparotomia exploradora, identificando obstrução em intestino delgado por aderências, com gangrena intestinal. Nova ressecção intestinal foi realizada, além de pulsoterapia com metilprednisolona e infusão de imunoglobulina. Portanto, VML é uma rara e grave manifestação abdominal na população com lúpus pediátrico, e pode ser a única manifestação de atividade da doença. Além disso, este estudo reforça a importância do diagnóstico precoce e do tratamento imediato.

  16. Duodenopancreatectomia: avaliação dos resultados em 41 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Gomes Rocha

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar os resultados do Hospital Israel Pinheiro - IPSEMG em 41 duodenopancreatectomias realizadas para neoplasias. MÉTODO: Foram coletados dados referentes a 41 pacientes submetidos a duodenopancreatectomias entre 1997 e 2004. A principal operação realizada foi a Whipple "clássica" sem preservação do piloro. A anastomose pancreático-jejunal foi realizada por meio de sutura ducto-mucosa. Foram analisadas a mortalidade e as complicações pós-operatórias. Para avaliar se havia diferença de resultados com a maior experiência da equipe, o estudo foi dividido em dois períodos de quatro anos cada: 1997 a 2000 e 2001 a 2004. RESULTADOS: As complicações pós-operatórias ocorreram em 58% dos casos e a mortalidade foi de 22%. As principais complicações foram pneumonia e infecção de ferida operatória. Quatro pacientes (10% evoluíram com fistulas pancreáticas, porém obteve-se sucesso com o tratamento conservador em todos os casos. A necessidade de hemotransfusão no peroperatório relacionou-se a um pior prognóstico. Observou-se uma redução das taxas de morbi-mortalidade no período de 2001 a 2004, entretanto sem significância estatística. Os pacientes apresentaram sobrevida global em cinco anos de 35% e de 26% quando considerados apenas aqueles com adenocarcinoma de cabeça de pâncreas. CONCLUSÕES: A duodenopancreatectomia é um procedimento cirúrgico complexo, com elevada morbi-mortalidade. Entretanto, com o aumento da experiência das equipes cirúrgica, anestésica e de medicina intensiva, observa-se uma redução nas taxas de complicação.

  17. Infecção pelo HIV: descritores de mortalidade em pacientes hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Claudio Santos Thuler

    1998-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar os descritores clínico-epidemiológicos da mortalidade em pacientes internados por condições clínicas associadas à infecção pelo HIV. MÉTODO: Estudo retrospectivo de todos os pacientes adultos hospitalizados em 1990, 1992 e 1994 em hospital universitário. Os resultados foram descritos como números absolutos, percentagens e médias, sendo a significância estatística entre as diferenças avaliada pelos testes do qui-quadrado, exato de Fisher ou t de Student, conforme o caso. Um modelo de regressão logística foi elaborado visando a identificar os principais fatores associados ao risco de evolução para o óbito. RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 240 pacientes. Entre 1990 e 1994 a idade média dos pacientes aumentou de 35,0 para 36,9 anos, a razão entre os sexos masculino e feminino caiu de 9,8 para 2,0, a proporção de não brancos cresceu de 18,5 para 41,3 e registrou-se um aumento do tempo médio entre a descoberta da infecção pelo HIV e a hospitalização de 0,7 para 2,5 anos. Observou-se a redução do número médio de dias de hospitalização de 31,3 para 25,3 e aumento da proporção de pacientes em acompanhamento ambulatorial de 47,8 para 83,3%. As infecções respiratórias representaram a principal causa de hospitalização (58% e as infecções oportunistas apresentadas com maior freqüência foram: candidíase oral (27,1%, tuberculose (18,3%, pneumonia por Pneumocystis carinii (15,4% e neurotoxoplasmose (10,4%. Na análise multivariada, apenas o tempo de hospitalização menor ou igual a 7 dias (Odds Ratio [OR]=3,88; p=0,02 e a ausência de acompanhamento ambulatorial (OR=3,29; p=0,01 mostraram-se associados a um maior risco de evolução para óbito. CONCLUSÃO: O conhecimento dos fatores associados a um risco aumentado de morte pode ser útil na tomada de decisão frente a pacientes hospitalizados com infecção pelo HIV.

  18. Musical identity of patients with multiple sclerosis Identidade musical em pacientes com esclerose múltipla

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shirlene Vianna Moreira

    2009-03-01

    Full Text Available Musical autobiographies consist of a powerful therapeutic tool by which individuals define themselves. The use of this technique may help (reconstruction personal identities and improve quality of life of patients with multiple sclerosis (MS. Eight adult patients on treatment at CIEM Multiple Sclerosis Investigation Center after selecting 10 to 15 pieces of music most significant in their lives were interviewed. The data collected were classified according to Even Rudd categories, which reveal how a person expresses his personal, social, temporal and transpersonal identities. We observed that recall of musical history makes MS patients get better perception both of their feelings and body awareness, as well as provide them with an alternative way to express themselves, activate and contextualize affective memories, and achieving a sense of life continuity in spite of the disease.Autobiografias musicais constituem um recurso terapêutico pelo qual indivíduos definem a si mesmos, auxiliando a (reconstrução da identidade e contribuindo para a melhora da qualidade de vida de portadores de esclerose múltipla (EM. Oito pacientes adultos sob acompanhamento no Centro de Investigação em esclerose múltipla (CIEM da UFMG, selecionaram entre 10 e 15 músicas significativas em sua vida, a respeito das quais discorreram em entrevista aberta. Os dados foram analisados qualitativamente segundo categorias criadas por Even Rudd, que visam revelar como o indivíduo expressa suas identidades pessoal, social, temporal e transpessoal. Submetidos a tratamento quantitativo, os dados demonstraram que, através da sua história musical, os pacientes aumentaram a percepção dos sentimentos e sensações corporais, expressaram-se de maneiras alternativas e ativaram memórias afetivas, contextualizando-as e adquirindo um senso de continuidade da vida.

  19. Anestesia em paciente com Distrofia Muscular de Duchenne: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tonelli Deoclécio

    2003-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A distrofia muscular de Duchenne é uma afecção recessiva ligada ao cromossomo X, geralmente diagnosticada na infância, acentuando-se progressivamente até agravar a função respiratória. O objetivo deste relato é apresentar um caso de um paciente com distrofia muscular de Duchenne diagnosticada há 2 anos, submetido à postectomia, sob anestesia geral com cetamina S. RELATO DO CASO: Paciente com 9 anos de idade com Distrofia Muscular de Duchenne diagnosticada há 2 anos, submetido à anestesia geral com levo-cetamina (1,5 mg.kg-1, por via venosa, sob ventilação espontânea assistida manualmente por sistema de Baraka (Mapleson A e bloqueio peniano com bupivacaína a 0,5% (25 mg. Foram usados monitores de pressão arterial não invasiva, oximetria de pulso, cardioscopia e temperatura esofagiana. No decorrer da cirurgia, o caso evoluiu sem intercorrências, sendo que no período pós-operatório o paciente apresentou alguns episódios de vômitos sem outras alterações significativas. Permaneceu internado por 24 horas, tendo alta hospitalar assintomático. CONCLUSÕES: A avaliação pré-anestésica cuidadosa, o uso de monitorização adequada e medicações que não predisponham o aparecimento de complicações tornam seguro o procedimento em pacientes portadores de Distrofia Muscular de Duchenne e seu pós-operatório.

  20. Perfil Sistêmico e Manifestações Bucais em Pacientes com Hipotireoidismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graziele Beanes da Silva Santos

    2012-06-01

    Full Text Available O hipotireoidismo é uma desordem endócrina, de natureza sistêmica caracterizada pela disfunção na glândula tireóide. Os hormônios tireoidianos T3 e T4 são necessários para suprir funções orgânicas normais do organismo. Desta forma, distúrbios na secreção de T3 e T4 podem estar associados a alterações no sistema estomatognático. Dentre essas alterações encontram-se hipoplasia condilar, atresia maxilar ou mandibular, hipodesenvolvimento da mandíbula, prognatismo maxilar, hipoplasia de esmalte e dentina, taurodontia e retardo na erupção dentária e no desenvolvimento radicular. Desta forma é imprescindível que o cirurgião dentista tenha conhecimento sobre as manifestações locais ou sistêmicas associadas a esta desordem endócrina. O objetivo deste artigo é abordar as alterações sistêmicas e bucais em pacientes acometidos pelo hipotireoidismo, bem como os cuidados e condutas terapêutica que podem ser adotados durante o tratamento odontológico. A coleta de dados foi realizada através da seleção de artigos publicados a cerca das manifestações bucais em pacientes acometidos por hipotireoidismo nos principais bancos de dados, Bireme, Medline e Scielo. O hipotireoidismo é uma patologia sistêmica comum, que ocasionalmente apresenta manifestações bucais e necessitam de cuidados especiais durante tratamentos odontológicos. A interação medicamentosa frente à pacientes em tratamento do hipotireoidismo também deve ser considerada, uma vez que medicações comumente prescritas na odontologia podem promover reações adversas. Desta forma, é imprescindível que o cirurgião-dentista tenha conhecimento sobre os procedimentos adequados na terapêutica de pacientes com essa síndrome.

  1. Esquema de Desamparo em Paciente com Dor Crônica e Sintomas Depressivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisangela Ferreira Santana

    2015-12-01

    Full Text Available A fibromialgia caracteriza-se por dor generalizada e crônica, de modo geral, associada à incapacidade funcional e quadros depressivos. Por suas repercussões, esta síndrome dolorosa pode ativar e/ou potencializar esquemas de desamparo e desvalor, o que por sua vez pode contribuir para o surgimento de sintomas depressivos. Neste artigo, analisa-se o processo de manejo da dor por meio da identificação de crenças de incapacidade e da alteração de humor numa paciente com dor crônica e sintomas depressivos. Para tanto, são descritas as estratégias e técnicas utilizadas em seu processo terapêutico, realizado em 13 sessões, que teve como embasamento a terapia cognitiva. Além disto, apresenta-se a conceituação cognitiva referente ao esquema de desamparo da paciente. Embora Laura não tenha apresentado mudanças significativas na percepção álgica, os sintomas depressivos tiveram uma remissão importante, o que contribuiu para aquisição de comportamentos mais funcionais para manejo da dor, como solicitar ajuda e evitar o esforço físico.

  2. Efeitos da sondagem nasogástrica em pacientes com acidente cerebrovascular e disfagia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tahissa Frota Cavalcante

    2014-10-01

    Full Text Available O estudo teve por objetivo analisar os efeitos da sondagem gástrica em pacientes com acidente vascular cerebral e disfagia. Revisão sistemática da literatura, realizada em seis bases de dados, com os descritores stroke e intubation, gastrointestinal. Foram encontrados 120 estudos e selecionados três ensaios clínicos. Os resultados apontaram diferentes desfechos, entre os quais: aumento do nível sérico de albumina (gastrostomia, prognóstico ruim e risco de morte (gastrostomia, aumento das falhas no tratamento devido a bloqueio, deslocamento e reinserção da sonda nasogástrica, e aumento da incidência de hemorragia gastrointestinal (sonda nasogástrica. A partir dos resultados obtidos nesta revisão sistemática, ressaltam-se as seguintes evidências: a sondagem nasogástrica deve ser adotada precocemente como um método de alimentação enteral; as falhas do tratamento são mais comuns naqueles que utilizam a sonda nasogástrica como método de alimentação; os resultados relacionados à melhora do estado funcional dos pacientes foram semelhantes, independente do método de terapia nutricional empregado.

  3. Fungus ball in HIV-infected patients Bola fúngica em pacientes HIV-infectados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Silva Guazzelli

    2009-12-01

    Full Text Available Aspergillus is a phagocyte opportunistic fungus that causes aspergillosis, an unusual disease in patients with AIDS. Six cases of fungal ball in patients with AIDS are reported here. In this group, all patients had hemoptysis and tuberculosis as the underlying lung disease. The diagnosis of pulmonary fungus ball was based on the clinical and radiographic feature, combined with serological and mycological evidence of Aspergillus fumigatus.Os fungos filamentosos são oportunistas de fagócitos, motivo pelo qual aspergilose é incomum em pacientes com Aids. A apresentação clínica depende do estado imune, tamanho do inóculo fúngico e doença de base. São relatados neste trabalho seis casos de bola fúngica em pacientes com Aids. Neste grupo, todos tiveram tuberculose como doença de base e hemoptise foi o principal sintoma. O diagnóstico da bola fúngica foi através da apresentação clínica, achados radiológicos combinados com imunodifusão radial dupla, exame micológico direto e cultivo do material do trato respiratório, sendo A. fumigatus o agente isolado

  4. Lipossarcoma periorbital em paciente pediátrico: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Marcio

    2013-08-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo é descrever uma criança com lipossarcoma periorbital, caracterizando seus aspectos clínico-epidemiológicos e terapêuticos. Menina de 6 meses de idade com tumoração crescente há dois meses em região fronto-zigomática direita, a qual foi submetida à exérese e cujas análises anatomopatológica (AP e imuno-histoquímica (IH observaram achados típicos de lipoblastoma. Após isso, apresentou mais três recidivas tumorais com diagnósticos similares. Um ano depois da última cirurgia, houve nova recorrência, porém, dessa vez, o resultado dos exames análises anatomopatológica e imuno-histoquímica foi de lipossarcoma, sendo, então, encaminhada para complementar o tratamento com radio e quimioterapia, sem novas lesões até o momento. Devido a sua raridade, geralmente o lipossarcoma não entra no diagnóstico diferencial em pacientes com massas orbitais, porém, por ser localmente agressivo, torna-se vital a pronta identificação e tratamento de forma a oferecer melhores resultados terapêuticos e influência sobre a qualidade de vida do paciente.

  5. MANIFESTAÇÕES PSICOLÓGICAS DE FAMILIARES COM PACIENTES EM MORTE ENCEFÁLICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Carneiro Torres

    2014-02-01

    Full Text Available Este estudo originou-se a partir de uma monografia aprovada para graduação de curso de psicologia. Apresenta como objetivo compreender as manifestações psicológicas de familiares com paciente em Morte Encefálica (ME, identificando as possíveis intervenções psicológicas nas diferentes fases vivenciadas: notícia do quadro clínico, verificação de ME, diagnóstico de ME e processo de doação de órgãos. Trata-se de uma revisão bibliográfica de artigos científicos referentes aos últimos dez anos, utilizando como referencial teórico, para análise das manifestações psicológicas, literatura acerca do Luto e da Abordagem Sistêmica Familiar, além de legislação referente ao tema. Nos resultados, foram identificados que os familiares apresentam vivências peculiares que podem repercutir no processo de luto, como a preocupação com o prognóstico do paciente na internação, a incompreensão da possibilidade e do diagnóstico da ME, podendo apresentar uma experiência de perda ambígua e dificuldade de vivência de reações de luto na abordagem para doação de órgãos, devido o tempo restrito para decisão. Dessa forma, conclui-se que é imprescindível o acompanhamento psicológico aos familiares do paciente em Morte Encefálica durante todo o processo.

  6. Prevalência de talassemias e hemoglobinas variantes em pacientes com anemia não ferropênica

    OpenAIRE

    Wagner,Sandrine C.; Silvestri,Matheus C.; Bittar,Christina M.; Friedrisch,João R.; Silla,Lúcia M. R.

    2005-01-01

    Para estabelecer a freqüência de hemoglobinopatias e talassemias em pacientes com anemia não ferropênica foram estudados 58 casos de pacientes comprovadamente com anemia não ferropênica e 235 controles obtidos de pessoas sem anemia. Todas as amostras foram obtidas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), RS, Brasil. As técnicas realizadas foram eletroforese em acetato de celulose, pH alcalino, pesquisa citológica de Hb H, HPLC, hemograma e ferritina. A análise dos dados realizada no gr...

  7. Técnicas cirúrgicas para correção da presbiopia em pacientes fácicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferraz Caroline Amaral

    2004-01-01

    Full Text Available A presbiopia é a afecção ocular mais freqüente e é definida como a perda progressiva da amplitude acomodativa relacionada à idade. Atualmente, tentativas de correção cirúrgica da presbiopia em paciente fácicos e afácicos têm recebido considerável atenção, sendo campo vasto de pesquisa. O objetivo deste artigo é discutir as técnicas cirúrgicas propostas para correção da presbiopia em pacientes fácicos publicadas na literatura até o presente momento.

  8. Complicações respiratórias em pacientes com paralisia cerebral submetidos à anestesia geral

    OpenAIRE

    Mello, Sérgio Silva de; Marques, Ronaldo Soares; Saraiva, Renato Ângelo

    2007-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Anestesia em pacientes com paralisia cerebral (PC) pode representar um desafio para o anestesiologista. Este estudo prospectivo teve como objetivo determinar a prevalência e o risco de complicações respiratórias em crianças com PC submetidas à anestesia geral inalatória (AGI) para tomografia computadorizada (TC). MÉTODO: Participaram do estudo pacientes com idades entre 1 e 17 anos, estado físico ASA I a III, submetidos a AGI com sevoflurano e máscara laríngea para ...

  9. Correlação do esquema de imunossupressão com complicações pós-operatórias em transplantes renais através do uso da cintilografia renal dinâmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martins Flávia Paiva Proença

    2001-01-01

    Full Text Available A cintilografia renal dinâmica possibilita o diagnóstico de complicações observadas nos tecidos transplantados, como desordens na perfusão do órgão, necrose tubular aguda e quadros de rejeição. Empregamos o 99mTc-DTPA neste estudo e correlacionamos os achados cintilográficos e clínicos visando ao diagnóstico de rejeição ou outra forma de complicação no órgão transplantado. Tanto as rejeições quanto as complicações foram avaliadas em relação ao tipo de imunossupressão utilizada. Foram analisados 55 pacientes submetidos a transplante renal entre 1989 e 1999. Todos os pacientes com nefrotoxicidade faziam uso do esquema tríplice de imunossupressão. Neste estudo houve predominância de rejeição aguda, em 40,4% dos casos. Treze dos quinze pacientes cujos doadores eram cadáveres tiveram necrose tubular aguda. Foi observado apenas um caso falso-positivo, em que o exame cintilográfico foi incompatível com a clínica. Sugerimos o uso da cintilografia renal no acompanhamento pós-operatório dos pacientes transplantados.

  10. Cultura e clima organizacional para segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaiana Helena Roma Santiago

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Avaliar a percepção dos profissionais de saúde sobre o clima e a cultura de segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva (UTI e a relação entre os instrumentos Hospital Survey on Patient Safety Culture (HSOPSC e o Safety Attitudes Questionnaire (SAQ. Método Estudo transversal realizado em hospital de ensino no interior do estado de São Paulo, Brasil, em março/abril de 2014. Aplicaram-se o HSOPSC, o SAQ e um instrumento para levantamento das informações sociodemográficas e profissionais aos funcionários das UTI adulto, pediátrica e neonatal. A análise utilizou a estatística descritiva. Resultados As escalas apresentaram boa confiabilidade. Maiores fragilidades para a segurança do paciente foram observadas nos domínios “condições de trabalho” e “percepções da gerência” do SAQ e “resposta não punitiva aos erros” do HSOPSC. As fortalezas no SAQ foram o “clima de trabalho em equipe” e a “satisfação no trabalho” e para o HSOPSC “expectativas e ações de promoção de segurança supervisores/gerentes” e “aprendizado organizacional e melhoria mútua”. Na UTI Neonatal houve maior satisfação no trabalho do que nas demais UTI. A UTI Adulto apresentou menores pontuações para a maioria dos domínios do SAQ e HSOPSC. A correlação entre as escalas foi de força moderada (r=0,66. Conclusão Há diferenças de percepções quanto à segurança do paciente entre as UTI, o que corrobora com a existência de microculturas locais. O estudo não demonstra que o SAQ e o HSOPSC sejam equivalentes.

  11. Perfil lipídico em pacientes adultos com artrite idiopática juvenil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Larocca Skare

    2013-08-01

    Full Text Available O processo inflamatório articular de uma criança com artrite idiopática juvenil (AIJ pode persistir na vida adulta. A inflamação tem sido ligada a distorções do perfil lipídico e à aterogênese acelerada. Neste trabalho, estudou-se o perfil lipídico de indivíduos adultos com AIJ, comparando-o ao de pessoas saudáveis. Foram recrutados 54 adultos com AIJ (57,3% poliarticular, 37% oligoarticular, 1,9% do subtipo entesítica e 3,7% do subtipo sistêmica e 54 indivíduos saudáveis para comparação de perfil lipídico. Nos adultos AIJ, coletaram-se dados sobre sexo, idade e idade de início da doença, presença de fator reumatoide (FR e fator antinuclear (FAN, HAQ (Health Assessment Questionnaire e tempo de doença. Observou-se que hipercolesterolemia, aumento de LDL e diminuição de HDL foram mais comuns em pacientes com AIJ do que nos controles (com P = 0,016; P < 0,0001 e P = 0,0008, respectivamente. Alterações no colesterol total (CT e no LDL foram mais comuns em indivíduos com início de doença mais tardio (P = 0,0017 para CT e P = 0,023 para LDL. Em todo o grupo de pacientes com AIJ nenhuma outra variável pode ser ligada à dislipidemia tal como presença de FR, FAN, duração de doença e HAQ (P = ns. Concluiu-se que pacientes adultos com AIJ apresentam um perfil lipídico com aumento de CT e de LDL, e diminuição de HDL em relação aos controles. Nenhuma característica clínica pode ser ligada a essa alteração, exceto idade de início da doença.

  12. Factores predictivos de nefropatía no diabética en pacientes diabéticos. Utilidad de la biopsia renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Bermejo

    2016-09-01

    Conclusiones: La causa más frecuente de NND fue nefropatía IgA. Los pacientes con mayor edad, creatinina, menor duración de diabetes, ausencia de retinopatía diabética y menor proteinuria presentan mayor riesgo de NND. Los pacientes con ND y proteinuria en rango nefrótico tuvieron peor pronóstico renal.

  13. Púrpura em paciente com estrongiloidíase disseminada Purpura in patient with disseminated strongiloidiasis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano C. Ribeiro

    2005-05-01

    Full Text Available A infecção pelo Strongyloides stercoralis em associação com imunosupressão pode manifestar-se com lesões em múltiplos órgãos e sistemas, caracterizando a forma disseminada da doença. Lesões cutâneas não são freqüentemente relatadas e, se presentes, manifestam-se como rash e petéquias. Púrpuras bem definidas são pouco descritas. No presente trabalho é descrito um caso de estrongiloidíase disseminada, com acometimento cutâneo em forma de púrpura, que se desenvolveu em um paciente timectomizado e usuário crônico de corticosteróide devido à miastenia gravis.The association of systemic corticosteroid therapy and dissemination of Strongyloides stercoralis has been increasingly documented in the literature. Skin involvement in disseminated strongyloidiasis has been reported and the most commonly described cutaneous manifestations are rash and petechial eruptions. We present a case of an immunosuppressed man that developed disseminated strongyloidiasis with extensive purpura.

  14. Níveis de PCR são maiores em pacientes com síndrome coronariana aguda e supradesnivelamento do segmento ST do que em pacientes sem supradesnivelamento do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Syed Shahid Habib

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há grande interesse no uso de proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as para avaliação de risco. Altos níveis de PCR-as no início da síndrome coronária aguda (SCA, antes da necrose tecidual, pode ser um marcador substituto para comorbidades cardiovasculares. OBJETIVO: Dessa forma, nosso objetivo foi estudar diferentes medidas de seguimento de níveis de PCR-as em pacientes com SCA e comparar as diferenças entre infarto do miocárdio sem elevação do segmento ST (NSTEMI com pacientes apresentando elevação do segmento ST (STEMI. MÉTODOS: Este é um estudo observacional. Dos 89 pacientes recrutados, 60 apresentavam infarto agudo do miocárdio (IAM. Três níveis seriados de PCR-us, a nível basal na hospitalização antes de 12 horas após inicio dos sintomas, níveis de pico 36-48 horas após hospitalização e níveis de acompanhamento após 4 a 6 semanas foram analisados e comparados entre pacientes com (IAMCSST e sem supradesnivelamento do segmento ST (IAMSSST. RESULTADOS: Pacientes com IAMCSST tinham IMC significantemente mais alta quando comparados com pacientes IAMSSST. Os níveis de creatino quinase fração MB (CK-MB e aspartato aminotransferase (AST eram significantemente mais altos em pacientes com IAMCSST quando comparados com pacientes com IAMSSST (p<0,05. Os níveis de PCR a nível basal e no acompanhamento não diferiram de forma significante entre os dois grupos (p=0,2152 e p=0,4686 respectivamente. Houve uma diferença significante nos níveis de pico de PCR entre os dois grupos. No grupo de pacientes com IAMCSST os níveis foram significantemente mais altos quando comparados aos pacientes com IAMSSST (p=0,0464. CONCLUSÃO: Pacientes com IAMCSST apresentam picos significantemente mais elevados de PCR quando comparados a pacientes IAMSSST. Esses dados sugerem que o processo inflamatório tem um papel independente na patogênese do infarto do miocárdio. Dessa forma, os níveis de PCR podem ajudar na

  15. Perda auditiva sensorioneural em pacientes com acromegalia em tratamento Sensorineural hearing loss in acromegalic patients under treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Alexandre Carvalho

    2012-08-01

    Full Text Available Acromegalia é uma doença endócrina rara. Poucos estudos avaliaram sua associação com deficiência auditiva (DA e os resultados são conflitantes. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência e características da DA em um grupo de pacientes com acromegalia em tratamento. Analisar a transmissão auditiva central e periférica. MATERIAL E MÉTODOS: Estudo transversal. Um grupo de 34 pacientes com acromegalia submeteu-se à avaliação metabólica, audiometria tonal e potenciais evocados auditivos de tronco encefálico (PEATE. Considerou-se DA quando a média dos tons puros foi > 25 DBNA para baixas frequências (250, 500, 1000 e 2000 Hz ou altas frequências (3000, 4000, 6000 e 8000 Hz. Os pacientes foram divididos em grupo A (com DA e B (sem DA. RESULTADOS: Doze pacientes (35,3% mostraram DA sensorioneural (grupo A, sendo oito bilateral e quatro unilateral. Nenhum apresentou DA mista ou condutiva. A prevalência de diabetes/intolerância à glicose de jejum foi similar entre os grupos. As frequências de 3000, 4000, 6000 e 8000 Hz foram as mais afetadas e com padrão similar em ambos os lados. CONCLUSÃO: DA sensorioneural esteve presente em 35,3% dos casos. Não foram notadas diferenças clínicas ou metabólicas significativas entre os grupos, bem como na transmissão neural auditiva periférica e central.Acromegaly is a rare endocrine disease. Few studies have evaluated its association with hearing loss (HL and the results are conflicting. AIM: To evaluate the prevalence and features of HL in a group of patients being treated for acromegaly. To analyze peripheral and central auditory transmission. METHODS: Cross-sectional study. A group of 34 patients with acromegaly were submitted to metabolic evaluation, tonal audiometry and brainstem auditory evoked potentials. HL was considered when pure tone average was > 25 DBHL for low frequencies (250, 500, 1000 and 2000 Hz or high frequencies (3000, 4000, 6000 and 8000 Hz. The patients were divided in group

  16. Evolución del peso en pacientes durante el primer año del trasplante renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pilar López Garrigós

    Full Text Available Durante el primer año de trasplante renal es frecuente una ganancia de peso, debido, entre otros a la dieta, sedentarismo, e inmunosupresores, pudiendo aumentar los factores de riesgo del síndrome metabólico. Objetivos: Conocer la evolución del peso de nuestros pacientes durante el primer año del trasplante, y analizar la influencia con las distintas variables asociadas al paciente, sexo, edad, IMC, tratamiento inmunosupresor entre otras. Determinar la asociación entre la ganancia de peso y la aparición de factores de riesgo, como hipertensión arterial, diabetes y dislipidemia. Material y Método: Estudio retrospectivo y analítico. Se estudiaron 100 pacientes con un año de evolución en el trasplante, del Hospital Virgen de la Salud de Toledo. Sé analizaron datos antropométricos, demográficos y clínicos. La ganancia de peso se distribuyo según a las variables del estudio. Resultados: La ganancia de peso al año del trasplante afecto a 93 pacientes, con una media de 7,21 kg ±5,87. El 44,1% aumento su peso por encima de la media, y el 23,7% gano > 10 kg. La prevalencia de sobrepeso y obesidad antes del trasplante fue 57% y 76% después del trasplante. Los hombres ganaron ligeramente más peso que las mujeres. Los más jóvenes < 49 años ganaron más peso, media 9,3 kg. Mayor incidencia de diabetes, hipertensión y dislipemias en los pacientes con sobrepeso y obesidad. Conclusiones: La mayoría de los pacientes aumentaron significativamente de peso al año del trasplante, asociándose con varios de los factores del síndrome metabólico. - Importante la educación, por parte de la enfermería, del paciente para fomentar hábitos de vida saludable.

  17. Privacidade em unidades de terapia intensiva: direitos do paciente e implicações para a enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Baggio

    2011-02-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi compreender as experiências vivenciadas pelos profissionais da enfermagem sobre a privacidade do paciente internado em UTI e suas implicações. Este estudo qualitativo, mediante análise de conteúdo, originou as categorias: Expondo o corpo e a intimidade dos pacientes: atitudes e ações dos profissionais; A intimidade: dificuldades vividas pelos profissionais e reações dos pacientes; Desproteção da intimidade do paciente: contradições que emergem da prática. Os resultados apontam a necessidade dos profissionais repensarem o seu fazer em relação à proteção da privacidade do paciente, por meio de atos/atitudes que transmitam segurança nas ações do cuidado. A preservação da privacidade é direito do paciente e compromisso ético do profissional, conferindo dignidade às pessoas no processo de cuidado na UTI

  18. Avaliação angular do equilíbrio sagital em pacientes obesos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alynson Larocca Kulcheski

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Tendo em vista a pouca quantidade de informações a respeito das alterações degenerativas e patológicas da coluna vertebral realizou-se este estudo com objetivo de avaliar e quantificar os valores angulares do equilíbrio sagital na população obesa. MÉTODOS: Foram medidos os ângulos de incidência pélvica (IP, versão pélvica (VP e declive sacral (DS. RESULTADOS: Foram avaliados 30 pacientes, sendo 19 do sexo feminino e 11 do sexo masculino, no ano de 2012 que aguardavam realização de cirurgia bariátrica. A média de idade foi de 33 anos. O IMC médio foi de 41 kg/m², sendo que o valor médio para os homens foi de 43 kg/m² e das mulheres 39 kg/m². O IP médio foi de 57°. O VP foi de 19°. O DS foi de 38°. O valor da incidência pélvica e da versão pélvica ficou em média acima do encontrado na população com índice de massa corporal normal. Já o valor do declive sacral encontra-se na média da população. CONCLUSÕES: Cada vez mais o equilíbrio sagital vem ganhando espaço na avaliação da coluna vertebral. Faz-se necessário literatura mais vasta e aumento do conhecimento médico das patologias e comorbidades que podem alterar o equilíbrio sagital em seus pacientes, como a obesidade.

  19. Microbiota conjuntival em pacientes com alergia ocular Conjunctival microbiota in patients with ocular allergy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Mattoso Libório

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de microbiota aeróbia da conjuntiva de portadores de alergia ocular e comparar a um grupo controle. MÉTODOS: Foram examinados 133 pacientes no período de abril a junho de 2001 divididos em 2 grupos. O grupo A foi composto de 63 portadores de conjuntivite alérgica (sem uso de medicação e o grupo B de 70 pacientes do ambulatório geral (controle. Foram coletadas amostras do fundo de saco conjuntival do olho direito de todos os pacientes e o material foi semeado em meios sólidos de cultura (ágar sangue, chocolate e Sabouraud. RESULTADOS: No grupo A, 30 culturas (47,7% foram positivas e no grupo B, 6 (8,6%. Sete bactérias foram isoladas no grupo A e 4 no B. A análise estatística revelou associação significante entre a positividade dos cultivos e conjuntivite alérgica. CONCLUSÃO: Microbiota bacteriana foi mais freqüentemente encontrada nos pacientes com alergia ocular.PURPOSE: To evaluate de presence of conjunctival aerobic microbiota in patients with ocular allergy as compared to a control group. METHODS: One hundred and thirty-three patients were evaluated from April to June 2001 and divided into 2 groups. Sixty-three patients with allergic conjunctivitis (without medication were in group A and 70 patients from the general outpatient clinic were in group B (control group. Samples from the conjunctival sac of the right eye were collected and cultured in solid media (blood, chocolate and Sabouraud agar. RESULTS: In group A, 30 cultures (47.7% were positive and 6 (8.6% in group B. Seven bacteria were isolated from group A and 4 from group B. Statistical analysis revealed significant association between positive cultures and allergic conjunctivitis. CONCLUSION: Bacterial microbiota was more frequently found in patients with ocular allergy.

  20. Telemedicina: Desenvolvimento de um sistema para atendimento à distância de pacientes com doença renal crônica pré-dialítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Maria da Silva Fernandes

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoIntrodução:O foco no tratamento da doença renal crônica (DRC é evitar a sua progressão com o uso do controle clínico otimizado. O uso de tecnologias leves apresenta-se como forma promissora de cuidado em saúde. A internet oferece a oportunidade de instrumentalizar o médico em seu contato profissional com o usuário.Objetivo:Desenvolver um sistema web para o atendimento a distância de pacientes com DRC nos estágios não dialíticos e clinicamente estáveis.Métodos:Desenvolvido um sistema utilizando a linguagem Java, banco de dados MySQL e framework PrimeFaces; disponibilizado em um servidor de aplicações Glassfish.Resultados:O acesso inicial é realizado pelo nefrologista, que cadastra os pacientes com suas informações pessoais e dados de acesso. Após ser cadastrado, o paciente (ou médico de família pode inserir os dados de sua consulta e estes serão, na sequência, repassados ao nefrologista para avaliação. O formulário com os dados de interesse é pré-determinado, mas ainda há possibilidade de acrescentar informações de forma livre. O sistema possibilita, adicionalmente, que haja troca de mensagens entre os médicos e os pacientes. Além disso, os usuários recebem mensagens via e-mail alertando-os de suas tarefas. O sigilo é garantido por senhas individuais para médicos e pacientes.Conclusão:Essa ferramenta possibilitará aumentar a área de abrangência dos nefrologistas, diminuir os custos e aproximar o paciente ao seu médico da atenção básica, utilizando o Programa de Saúde de Família como interface entre o paciente e a atenção secundária nefrológica.

  1. Densidad mineral ósea y adecuación de la dieta en pacientes con enfermedad renal crónica en hemodiálisis

    OpenAIRE

    Fernando Carrasco; Marcelo Cano; Jean Camousseigt; Pamela Rojas; Jorge Inostroza; Rubén Torres

    2013-01-01

    Introducción: La desnutrición es común en la enfermedad renal crónica (ERC), junto a una menor masa muscular y densidad mineral ósea (DMO), aumentando el riesgo de morbilidad. Objetivo: Comparar la composición corporal (CC), DMO y el contenido mineral óseo (CMO) entre pacientes con ERC y sujetos sanos, relacionándolos con ingesta energética, de macro y micronutrientes. Métodos: Se evaluó CC en 30 pacientes en hemodiálisis y 28 voluntarios sanos con DEXA. Los pacientes llenaron tres registros ...

  2. Doenças cerebrovasculares em pacientes entre 15 e 40 anos: achados neuropatológicos em 47 casos

    OpenAIRE

    Maggio, Everton M.; Montemór-Netto, Mário R; Gasparetto, Emerson L.; Reis-Filho, Jorge S.; Tironi, Fábio A.; Torres, Luiz F. Bleggi

    2001-01-01

    As doenças cerebrovasculares em pacientes entre 15 e 40 anos são pouco estudadas na literatura latino americana, principalmente no que tange aos achados neuropatológicos. Analisamos 47 encéfalos provenientes de necrópsias completas realizadas no período de 1987 a 1997 selecionados com base na faixa etária e alteração neuropatológica básica envolvendo fenômenos vasculares. Destes 47 casos analisados, 26 eram (55,3%) do sexo feminino. Quanto à distribuição etária, 12,8% (n=06) acometeram pacien...

  3. Estresse e estratégias de enfrentamento em pacientes que serão submetidos à cirurgia de colecistectomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Faro Santos

    2006-06-01

    Full Text Available A presente pesquisa objetivou comparar o estresse em pacientes no pré-operatório da cirurgia de colecistectomia em relação aos pacientes submetidos ao tratamento clínico de gastrite, buscando também delinear as estratégias de enfrentamento utilizadas por esses pacientes. A amostra foi composta por dois grupos, sendo 15 pacientes cirúrgicos e 10 pacientes do tratamento clínico. Para a detecção do estresse utilizou-se o Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp e para o conhecimento das estratégias de enfrentamento, aplicou-se o Inventário de Estratégias de Coping de Folkman e Lazarus. Nos resultados, constatou-se que a maioria dos pacientes cirúrgicos teve estresse (73,3%, enquanto no grupo do tratamento clínico, somente 10% deles apresentaram. Predominaram pacientes na fase de resistência (72,7% e com sintomas físicos (63,3%. Houve relação estatisticamente significativa entre o sexo e o diagnóstico de estresse, indicando que o sexo feminino apresentou maior ocorrência de estresse na amostra pesquisada (p<0,05. Acredita-se que a cirurgia caracterizou-se como um fator estressante, ressaltando a necessidade da implementação de ações que visem o manejo adequado do estresse, em vista da redução da tensão no pré-cirúrgico e uma melhor recuperação no pós-cirúrgico.   Palavras-chave: estresse; cirurgia; enfrentamento.

  4. Desnutrição em paciente com doença pulmonar obstrutiva crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreia Biondo

    2011-10-01

    Full Text Available A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC é uma patologia responsável por muitas mortes em todo o mundo, causada principalmente pelo tabagismo. Apresenta como característica associada o estado nutricional deficiente. O caso relatado é de uma paciente de 63 anos ex-tabagista, que internou em um hospital do interior do RS por broncopneumonia e diagnóstico de DPOC há 3 anos. Permaneceu internada por 15 dias, com negativa evolução do estado nutricional mesmo superando a ingestão energética estimada. Pacientes com DPOC apresentam taxa de metabolismo basal aumentada e infecções associadas podem acelerar ainda mais o metabolismo e gerar anorexia. A terapia nutricional é muito importante para a recuperação desses pacientes.

  5. Procedimentos cirúrgicos em pacientes proctológicos selecionados, sob anestesia local: estudo de 150 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    HENRIQUES Alexandre Cruz

    2000-01-01

    Full Text Available Experiência no tratamento de 150 pacientes portadores de afecções anorretais e da região sacrococcígea operados sob anestesia local no Hospital de Ensino da Faculdade de Medicina do ABC, São Bernardo do Campo, SP, no período de março de 1995 a março de 1998. Descrevem a técnica anestésica empregada, operações realizadas e a tolerância ao procedimento. A morbidade intra-operatória foi de 10,6% (16 pacientes e a pós-operatória de 6% (9 pacientes. A idade dos pacientes variou entre 15 e 92 anos de idade, com média de 42 anos; 58% eram do sexo masculino e 42% feminino. O tempo médio de cirurgia foi de 45 minutos e o de permanência hospitalar foi de 8 horas. Todos os pacientes foram orientados sobre a técnica anestésica, suas vantagens e desvantagens, e somente após sua aprovação, a cirurgia era programada. Internação hospitalar foi necessária em cinco pacientes (3,3%. Em nenhum caso foi necessário modificar a técnica anestésica. Interrogados, 96,7% dos pacientes afirmaram não sentir dor durante a operação e que repetiriam o procedimento. Conclui-se que o tratamento cirúrgico das afecções orificiais e da região sacrococcígea com anestesia local além de viável e seguro, é bem aceito pelos pacientes.

  6. Rabdomiólise em paciente obeso mórbido submetido a gastroplastia redutora e durante revascularização de membro superior em paciente pediátrico: relato de casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abrão Maria Angélica

    2006-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A rabdomiólise é uma síndrome que decorre da lesão ao músculo esquelético. Sua etiologia é ampla, trazendo um interesse particular, quando se manifesta como complicação intra ou pós-anestésica. O objetivo desse relato foi mostrar dois casos de rabdomiólise ocorridos no pós-operatório de intervenções cirúrgicas de longa duração, em pacientes com obesidade mórbida e lesão traumática, enfatizando a sua relação com a anestesia. RELATO DOS CASOS: O primeiro caso é de um paciente com 39 anos, obeso mórbido, IMC 62, submetido a gastroplastia redutora por laparotomia, sob anestesia geral. Apresentou, no pós-operatório, fraqueza muscular nos membros superiores e inferiores e alterações da sensibilidade. Evoluiu com dor muscular e urina avermelhada. O aumento dos níveis plasmáticos da enzima creatinocinase (CK confirmou o diagnóstico de rabdomiólise. Tratado com hidratação forçada e diurético, não evoluiu com insuficiência renal, porém teve alta com seqüela muscular e neurológica. O segundo caso apresenta uma criança de sete anos, vítima de acidente com porta de vidro, operada de urgência para revascularização do membro superior esquerdo. Apresentou mudança da coloração da urina, que se tornou avermelhada, durante a anestesia. Foram administrados bicarbonato de sódio e manitol por via venosa, com os objetivos de alcalinizar a urina e aumentar o débito urinário. Enviado ao CTI, onde foi confirmada a hipótese de rabdomiólise, pelo aumento da enzima CK e pela mioglobinúria. Obteve alta no 10º dia de internação, sem seqüelas. CONCLUSÕES: Os casos apresentados mostraram os fatores de risco da rabdomiólise e sua relação com a anestesia e a cirurgia. O diagnóstico precoce é importante, no sentido de um tratamento rápido e agressivo, a fim de se evitarem complicações mais graves.

  7. Influencia del tratamiento quirúrgico de la próstata sobre la función renal en pacientes con insuficiencia renal crónica secundaria a hiperplasia prostática benigna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roxana Aguirre Castañeda

    2002-07-01

    Full Text Available Objetivo: Evaluar la influencia del tratamiento quirúrgico sobre la función renal en pacientes con Insuficiencia Renal Crónica (IRC causada por Hiperplasia Prostática Benigna (HPB. Material y métodos: Es un estudio descriptivo, retrospectivo y analítico de series de casos; cuya variable resultado principal fue el delta de creatinina (creatinina post cirugía - creatinina pre-cirugía, los deltas de creatinina negativos se categorizaron como mejoría de la función renal y los deltas de creatinina positivos como deterioro de la función renal. Resultados: De 40 casos, 24 cumplían con los criterios de inclusión. La edad promedio fue de 67.2 ± 6.8 años. El síntoma más frecuente fue el chorro urinario delgado presentándose en 20 (83.3% pacientes. Trece(54.17% pacientes tuvieron una próstata mediana, quienes con los pacientes de próstata grande refirieron con mayor frecuencia el síntoma de polaquiuria (p=0.03. El tratamiento quirúrgico de pacientes con IRC por HPB produjo una mejoría de la función renal en el 83% de los casos. Solo 4(16.67% pacientes tuvieron delta de creatinina positivo con disminución de la función renal post-cirugía. Se encontró una correlación directa entre la edad y el delta de creatinina (r=0.55 (p=0.004 traduciendo una asociación del deterioro de la función renal post-cirugía con la edad. Conclusiones: El tratamiento quirúrgico de pacientes con IRC por HPB produjo una mejoría de la función renal en la mayoría de los pacientes evaluados en este estudio. No se identificó factores de riesgo relacionados con un deterioro o mejoría de la función renal post-cirugía. (Rev Med Hered 2002; 13: 99-104.

  8. Transtornos de personalidade em pacientes com fobia social Personality disorders in a sample of social phobics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tito Paes de Barros Neto

    2006-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar se outros transtornos de personalidade, além do transtorno de personalidade esquiva, ocorrem entre fóbicos sociais. Vinte e dois pacientes com diagnóstico de fobia social de acordo com os critérios do DSM-III-R foram avaliados através do Inventário Multifásico Minnesota de Personalidade (MMPI, da Entrevista Estruturada para Distúrbios de Personalidade do DSM-III-R (SIDP-R e do Exame do Estado Psíquico (PSE. Catorze pacientes (64% da amostra receberam pelo menos um diagnóstico de transtorno de personalidade - todos estes receberam o diagnóstico de transtorno de personalidade esquiva. Metade dos pacientes que recebeu o diagnóstico de transtornos de personalidade apresentou dois ou mais transtornos de personalidade. O transtorno de personalidade paranóide foi diagnosticado em seis pacientes (27%. Dez pacientes (46%, avaliados através do MMPI, apresentaram escore patológico na escala paranóia (Pa. Outros traços patológicos de personalidade foram observados nas escalas depressão (D, histeria (Hy e introversão-extroversão (Si do MMPI. Idéias de referência não-delirantes (IR do PSE ocorreram em 19 pacientes. O transtorno de personalidade paranóide foi diagnosticado com freqüência maior neste estudo do que na maioria dos estudos realizados com fóbicos sociais. Isso parece ter ocorrido por sobreposição de critérios diagnósticos pouco específicos e também por auto-referência e traços paranóides de personalidade, como hipersensibilidade e preocupação com a opinião alheia.The aim of this study was to investigate if other comorbid personality disorders, other than avoidant personality disorder, occur among social phobics. Twenty-two patients with a social phobia diagnosis according to DSM-III-R criteria were evaluated by using the Minnesota Multiphasic Personality Inventory (MMPI, the Structured Interview for DSM-III-R Personality Disorders (SIDP-R and the Present State

  9. Acolhimento e sintomas de ansiedade em pacientes no pré-operatório de cirurgia cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinthia Calsinski Assis

    2014-06-01

    Full Text Available Trata-se de ensaio clínico randomizado, em que se objetivou comparar a frequência e intensidade de sintomas de ansiedade de pacientes em pré-operatório de cirurgia cardíaca que receberam acolhimento do enfermeiro ou do familiar ou os que não receberam nenhum tipo específico de acolhimento. A amostra foi constituída de 66 pacientes em pré-operatório de cirurgia cardíaca, que foram alocados em três grupos: acolhimento pelo enfermeiro, sem acolhimento específico e acolhimento pelo familiar. A ansiedade foi avaliada em dois momentos: antes e após a intervenção. O instrumento utilizado foi o construído e validado por Suriano, composto por 19 características definidoras do diagnóstico de enfermagem ansiedade. Observou-se que a redução dos sintomas de ansiedade foi maior no grupo que recebeu acolhimento dos familiares quando comparado aos outros dois grupos. Os resultados sugerem que o incentivo à participação de familiares pode contribuir para a redução de sintomas ansiosos em pacientes no pré-operatório de cirurgias cardíacas.

  10. Estado nutricional em pacientes atendidos por um programa de adultos para fibrose cística

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Ziegler

    2008-02-01

    Full Text Available Introdução: Na fibrose cística (FC, o estado nutricional está associado com o crescimento, função pulmonar e índices de so-brevida. Objetivo: Avaliar o estado nutricional em adultos com FC e correlacionar com escore clínico, escore radiológico, pressões respiratórias estáticas máximas, capacidade submáxima de exercício e função pulmonar. Metodologia: O estudo realizado foi transver-sal e prospectivo, em pacientes (16 anos ou mais, atendidos em um programa para adultos com FC. Os pacientes foram submetidos a uma avaliação nutricional e clínica, ao teste de caminhada de seis minutos (TC6, à medida das pressões respiratórias máximas, a espirometria e exame radiológico do tórax. Resultados: O estudo incluiu 41 pacientes com media de idade de 23,7 ± 6,5 anos e média de índice de massa corporal (IMC de 20,2 ± 2,2 Kg/m2. Vinte e seis pacientes (63,4% foram classificados como bem nutridos (IMC = 21,7 ± 2,0 Kg/m2, 6 (14,6% como risco nutricional (IMC = 19,4 ± 0,5 Kg/m2 e 9 (22% como desnutridos (IMC = 17,6 ± 0,8 Kg/m2. Não houve correlação significativa entre IMC e a idade (r = 0,24; P = 0,13, idade do diagnóstico (r = -0,04; P = 0,81, escore clínico (r = 0,13; P = 0,40 e radiográfico (r = -0,22; P = 0,17, distância percorrida no TC6 (r = 0,20; P = 0,20, VEF1 % (r = 0,11; P = 0,50 e CVF % (r = 0,06; P = 0,72. Também não houve associação entre o declínio do estado nutricional e essas variáveis. Conclusão: Este estudo mos-trou que a maioria dos pacientes com FC (16 anos ou mais tem um adequado estado nutricional (63,4%, mas uma porcentagem signi-ficante (36,6% tem depleção nutricional. Não houve associação entre o estado nutricional e a função pulmonar, pressões respiratórias máximas, escore clínico e radiográfico e a capacidade submáxima de exercício.

  11. Dermatoses em pacientes com AIDS: estudo de 55 casos. Uberlândia, MG, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GOMIDES MABEL DUARTE ALVES

    2002-01-01

    Full Text Available Foram estudados 55 pacientes com a síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids, triados ao serviço de Dermatologia, apresentando doenças cutâneo-mucosas, algumas de caráter oportunista. As dermatoses são freqüentes nestes doentes e, às vezes, de difícil diagnóstico pelo caráter atípico das lesões. OBJETIVOS: Analisar a freqüência e apresentação clínica das dermatoses relacionadas à Aids. MÉTODOS: Cinqüenta e cinco pacientes com Aids e lesões tegumentares foram estudados, de modo transversal, no Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Uberlândia, de 1995 a 1997. Foram realizadas biopsias e culturas diversas para elucidação diagnóstica. RESULTADOS: Foram encontradas 116 dermatoses, com predomínio das fúngicas (78%, seguidas pelas virais (40%, eritêmato-escamosas (27%, pápulo-pruríticas (18%, causadas por drogas (10%, neoplásicas (9% e outras afecções cutâneo-mucosas (7%. A maioria dos pacientes apresentou mais de uma dermatose (67%. CONCLUSÕES: Confirmou-se a maior freqüência de dermatoses fúngicas, seguidas pelas virais, na Aids. Observou-se a necessidade de propedêutica bem elaborada para o diagnóstico preciso das dermatoses, devido à sua apresentação atípica em grande número de doentes. O exame dermatológico e a biopsia das lesões tiveram grande relevância na suspeita do diagnóstico de Aids.

  12. Calidad de vida en el paciente pediátrico con Enfermedad Renal Crónica Quality of life in paediatric patients with Chronic Renal Disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo Jesús López Soto

    2012-12-01

    Full Text Available Objetivos: Conocer la producción científica en los últimos seis años sobre la calidad de vida de los pacientes pediátricos con enfermedad renal crónica. Métodos: Las bases de datos consultadas fueron PubMed, Scopus, Science Direct, ProQuest, Web of Knowledge y SciVerse. Sólo se incluyeron los artículos científicos escritos en inglés o español y que tuvieran un diseño de corte transversal. Las principales variables que afectan a la calidad de vida eran analizadas, entre las que destacaba la modalidad terapéutica. Además, se estudió los distintos cuestionarios de medición de la calidad de vida, así como las diferencias en la percepción entre los pacientes y sus familias. Resultados: Trece documentos fueron encontrados: sólo uno de ellos empleó un cuestionario específico para este tipo de pacientes, diez cuestionarios generales y los dos documentos que empleaban los dos tipos. Los cuestionarios generales estudiaban la variable de "modalidad terapéutica" que se emplea, así como otros factores que afectan a la calidad de vida tales como trastornos del sueño y mentales; por otro lado, el cuestionario específico sólo estudió la variable "modalidad terapéutica". En los dos estudios que emplean ambos tipos de cuestionarios la principal variable de estudio es la "modalidad terapéutica" y se permite una comparación entre los dos tipos de cuestionarios. La mayor parte de los estudios emplean un informe parental para determinar la calidad de vida del paciente pediátrico con enfermedad renal crónica. Conclusiones: Los pacientes pediátricos con enfermedad renal crónica tienen una peor calidad de vida que los pacientes pediátricos con otras enfermedades crónicas tales como diabetes. Los niños trasplantados o en tratamiento conservador poseen una mejor calidad de vida que los sometidos a tratamiento sustitutivo.Aims: To look for the scientific literature in the last six years about the quality of life of pediatric patients

  13. Caracterização dos padrões de dor, sono e alexitimia em pacientes com fibromialgia atendidos em um centro terciário brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lazslo A. Avila

    2014-10-01

    Full Text Available Objetivos: Fibromialgia (FM é uma síndrome complexa, caracterizada por uma dor musculoesquelética crônica duradoura e difusa, derivada de causas não inflamatórias e classicamente associada à presença de pontos sensíveis específicos. No entanto, estudos destacaram outros sintomas importantes associados à má qualidade de vida (QDV em pacientes com FM, por exemplo, distúrbios do sono e alexitimia. Esse estudo teve por objetivo investigar os padrões de dor, sono e alexitimia de pacientes com FM em um centro terciário brasileiro. Métodos: 20 pacientes com FM acompanhados na clínica ambulatorial de reumatologia de um centro terciário brasileiro (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP, São Paulo, Brasil e 20 pacientes sem FM provenientes de outros serviços ambulatoriais da FAMERP completaram um questionário clínico e sociodemográfico, o Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ, o Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI, o Toronto Alexithymia Scale (TAS-20 e o SF-36 (WHOQOL. Resultados: Os pacientes com FM tiveram desempenhos piores em todas as dimensões de QDV do SF-36 e escores mais altos no PSQI (P = 0,01 e no TAS-20 (P = 0,02. Pacientes com FM também tiveram escores significativamente mais altos em todos os domínios específicos do PSQI e TAS-20. Discussão: Os presentes dados concordavam com a literatura, evidenciando pior desempenho de pacientes com FM no impacto da dor, queixas de sono e maior presença de alexitimia. Conclusão: Estudos evidenciaram, além das queixas de dor, a presença de sintomas importantes e frequentemente subdiagnosticados, em pacientes com FM, como queixas relativas ao sono e alexitimia. Um conhecimento mais aprofundado desses distúrbios poderia melhorar a abordagem e o tratamento dos pacientes com FM.

  14. O efeito em curto prazo do bypass gástrico sobre pacientes obesos diabéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aluisio Stoll

    Full Text Available OBJETIVO: estudar o efeito do bypass gástrico sobre a glicemia e o uso de medicação antidiabética em pacientes obesos portadores de diabetes. MÉTODOS: estudo de coorte retrospectivo com 44 pacientes obesos portadores de DM2, provenientes de 469 pacientes submetidos ao bypass gástrico no período de dezembro de 2001 a março de 2009. Os desfechos primários avaliados foram: glicemia em jejum e a necessidade de medicação antidiabética. RESULTADOS: a população foi composta de dez (22,7% homens e 34 (77,3% mulheres, com média de idade de 45,3 (±8,23 anos e índice de massa corporal de 40,9 (±5,03 kg/m². O tempo médio de evolução do DM2 foi 63,6 (±60,9 meses. Dos 40 pacientes que utilizavam medicação para controle do DM2, 20 (50% tiveram sua medicação suspensa na alta hospitalar e 13 (32,5% até nove meses depois. Em uma paciente não foi possível avaliar o uso de medicação, sendo essa a única exclusão. A insulina foi suspensa nos dez (100% pacientes que a utilizavam, sendo seis (60% na alta hospitalar. Houve redução (P<0,05 da glicemia em jejum, em todo o período estudado, em comparação com o valor pré-operatório, e foram atingidos valores inferiores a 100mg/dl no período de sete a nove meses. CONCLUSÃO: Pacientes obesos portadores de DM2, submetidos ao bypass gástrico, apresentaram melhora do controle glicêmico e redução do uso de hipoglicemiantes em curto prazo.

  15. Malformaciones congénitas renales en el paciente pediátrico de la provincia de Mayabeque

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercedes Silva Rojas

    2014-08-01

    Full Text Available Las anomalías congénitas del riñón y del tracto urinario representan un porciento importante de todas las anomalías identificadas en el periodo neonatal, dando lugar a una amplia variedad de desórdenes; por este motivo se implementó la presente investigación, con el objetivo de describir el comportamiento de las malformaciones congénitas renales en la edad pediátrica, ocurridas en la provincia de Mayabeque durante el segundo semestre del año 2013. Se realizó un estudio descriptivo prospectivo de corte transversal, con el universo de los niños atendidos en la consulta de nefrología pediátrica provincial del Hospital General Docente “Aleida Fernández Chardiet”, del municipio de Güines, en la referida provincia. La muestra quedó conformada por los 18 niños con malformaciones renales, que fueron atendidos de julio a diciembre de 2013. En el 50% de ellos se les realizó el diagnosticó durante el primer año de vida y predominó en el sexo masculino (66,6%. El 50% asistió a consulta por infección del tracto urinario y todos los pacientes presentaron alteraciones en el ultrasonido y la gammagrafía. Estos resultados permiten conocer el comportamiento de las malformaciones renales y tomar una conducta adecuada para mejorar la calidad de vida en estos pacientes

  16. Insônia em pacientes com câncer de mama

    OpenAIRE

    Rafihi-Ferreira,Renatha El; Soares,Maria Rita Zoéga

    2012-01-01

    A insônia é uma queixa frequente em pacientes com câncer de mama, e suas consequências podem causar impacto na qualidade de vida e no curso da doença. O objetivo deste estudo foi revisar a literatura especializada sobre a relação entre insônia e câncer de mama, abordando definição, prevalência, fatores etiológicos e as consequências da insônia no contexto da neoplasia mamária, bem como os tratamentos para insônia nessa população. A busca da literatura ocorreu nos bancos de dados Scopus, Web o...

  17. Estudo transversal sobre problemas bucais em pacientes obesos mórbidos

    OpenAIRE

    Joselene Martinelli Yamashita

    2013-01-01

    A prevalência da obesidade tem aumentado em proporções alarmantes, tornando-se um problema de saúde pública. Há relatos de uma possível relação da obesidade com a condição bucal e o objetivo do presente estudo foi identificar os problemas bucais e seu impacto na qualidade de vida de indivíduos obesos mórbidos. A amostra foi composta por 100 pacientes obesos mórbidos (grupo obeso) e 50 indivíduos eutróficos (grupo controle), atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeir...

  18. Alterações neurometabílicas avaliadas pela espetroscopia de massa em pacientes com esquizofrenia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Costa Vargas

    2015-10-01

    Full Text Available Introdução: Embora sejam observados mudanças do volume cerebral e níveis alterados de metabólitos na esquizofrenia em diversos Centros de Pesquisa (1 (2 (3, poucos estudos foram realizados em pacientes sul-americanos com esquizofrenia por meio do exame espectroscopia de ressonância magnética. Objetivos: investigar de forma abrangente estruturas cerebrais em uma amostra de pacientes que estavam em uso de antipsicóticos comparando-os ao grupo controle, formado por indivíduos saudáveis. Metodologia: foram comparados dois grupos de dez pacientes cada, sendo o primeiro com o diagnóstico de esquizofrenia e o segundo com indivíduos normais. Foram medidos metabólitos da região hipocampal e do núcleo caudado por meio de Ressonância Magnética de Espectroscopia de prótons em um único modelo voxel, utilizando uma aquisição automática da máquina. Os pacientes foram previamente entrevistados sob questionário SCID baseados nos critérios do DSM IV (4 e apenas os pacientes com diagnóstico de esquizofrenia foram incluídos. Eles estavam sob uso de diferentes antipsicóticos atípicos e foram estabilizados pelo menos durante 3 meses. Análises de variância (ANOVA foi conduzido para analisar os dados demográficos e análises de co-variância (ANCOVA foram realizados com nível metabólico como covariável para analisar os níveis de metabólitos no córtex frontal ventral lateral. Resultados: Nenhuma diferença foi encontrada em pacientes em comparação com os indivíduos saudáveis em termos de níveis de metabólitos creatina, fosfocreatina e NAA no hipocampo e núcleo caudado.

  19. Mecanismos e fatores associados aos sintomas gastrointestinais em pacientes com diabetes melito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Loureiro Celino Rodrigues

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Apresentar a frequência, os principais fatores causadores dos sintomas gastrointestinais em pacientes portadores do diabetes melito e controvérsias quanto à sua ocorrência em crianças e adolescentes. FONTES DOS DADOS: Revisão não sistemática nas bases de dados MEDLINE/PubMed e SciELO (1983-2011, além de capítulos de livros relevantes. Foram selecionados os artigos mais atuais e representativos do tema. SÍNTESE DOS DADOS: A prevalência do diabetes melito vem aumentando ao longo dos anos em vários países do mundo. No sistema digestório, é conhecida a ocorrência de complicações do diabetes melito, entre elas os sintomas gastrointestinais (náuseas, vômitos, dor abdominal, azia, disfagia, constipação, diarreia e incontinência fecal. A patogênese das alterações das funções gastrointestinais no diabetes melito está ainda sob investigação, e o papel do sistema nervoso entérico e seus neurotransmissores tem ganhado significância. Em decorrência do comprometimento do sistema digestório, com danos ao sistema nervoso entérico, portadores do diabetes melito podem apresentar quadros específicos de distúrbios de motilidade, alguns de grande relevância clínica, como gastroparesia diabética, constipação e diarreia. A disfunção deste sistema contribui para aumentar a morbidade desta doença e piora a qualidade de vida de seus portadores. CONCLUSÕES: O diabetes melito, ao longo dos anos, afeta o sistema digestório. Por ser uma condição que piora a qualidade de vida dos portadores e também pode indicar complicação da doença, deve ser valorizada no acompanhamento e tratamento do paciente com diabetes melito. Na infância e na adolescência, ainda existem poucos estudos que abordam o problema.

  20. Rastreio cognitivo em pacientes com acidente vascular cerebral: um estudo transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Amália Torres Souza Gandour Dantas

    2014-07-01

    Full Text Available Objetivo O estudo objetivou-se a fazer um rastreio cognitivo nos pacientes com acidente vascular cerebral (AVC, a fim de determinar pontos de corte de acordo com a idade, escolaridade e grau de comprometimento neurológico. Métodos Foi realizado um estudo transversal no qual participaram 109 pacientes ambulatoriais, sendo 61 homens, com média da idade de 59 anos (± 11, média do tempo de escolaridade de 5 anos (± 4 e do tempo de sequela de 16 meses (± 14. Os pacientes foram avaliados por meio do Miniexame do Estado Mental (MEEM e pela National Institute of Health Stroke Scale. Os dados foram analisados pela regressão linear múltipla (stepwise forward. Resultados Verificou-se que as variáveis grau de comprometimento neurológico, idade e escolaridade contribuíram significativamente para o valor global do MEEM e explicaram a variância do estado cognitivo (R2 ajustado = 0,24. Cada aumento do comprometimento neurológico representou diminuição de 0,456 no escore do MEEM. Quanto maior a idade, ocorreu uma diminuição de 0,202 no MEEM, e à medida que diminui o tempo de escolaridade, houve uma diminuição de 0,190 no MEEM. Os pontos de corte variaram de 14 a 22 de acordo com o grau de comprometimento neurológico, idade e escolaridade. Conclusão Os resultados apontaram que, por meio do rastreio positivo de déficit cognitivo, foram encontrados pontos de corte associados ao comprometimento neurológico, necessitando também serem ajustados pela idade e escolaridade, sugerindo que essas associações sejam preferencialmente levadas em consideração na planificação da reabilitação neuropsicológica dos pacientes com AVC.

  1. Anestesia para cesariana em paciente com síndrome de Guillain-Barré: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Volquind

    2013-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A Síndrome de Guillain-Barré durante a gestação é considerada uma CIRURGIA, Cesárea; complicação neurológica rara e o manejo anestésico para a cesariana nessas pacientes ainda não é consenso na literatura. O objetivo deste artigo é relatar o caso de uma paciente gestante portadora da Síndrome de Guillain-Barré submetida à cesariana. RELATO DO CASO: Paciente feminina, 22 anos, com 35 semanas e cinco dias de idade gestacional, da celularidade. A técnica anestésica empregada foi a anestesia geral, induzida com propofol 1,5 mg.kg-1 e mantida com sevofiurano 2% em oxigênio e fentanil 3 µg.kg-1. O procedimento transcorreu sem complicações, tanto para a gestante quanto para o concepto. A paciente obteve alta no décimo dia de internação, após melhora progressiva do quadro neurológico. CONCLUSÕES: A técnica anestésica a ser empregada em gestantes portadoras da Síndrome de Guillain-Barré que necessitam fazer cesariana permanece como escolha do anestesiologista, que deve ser guiado pelo quadro clínico e pelas comorbidades de cada paciente.

  2. Avaliação dos medicamentos utilizados e possíveis interações medicamentosas em doentes renais crônicos = Assessment of used medications and drug-drug interactions among chronic renal failure patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sgnaolin, Vanessa

    2014-01-01

    Conclusões: A prevalência de potenciais interações medicamentosas nos pacientes em hemodiálise foi elevada e esteve intimamente ligada ao número de medicamentos utilizados por cada paciente. A população com doença renal crônica necessita do uso de vários medicamentos, portanto é importante a seleção cuidadosa de alternativas terapêuticas, através da assistência farmacêutica, para o uso eficaz, racional e seguro de medicamentos

  3. Prevalencia de insuficiencia renal en pacientes que asisten a la clínica de falla cardiaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Rodríguez, MD

    2011-05-01

    Conclusiones: la prevalencia de insuficiencia renal determinada por la depuración de creatinina, es alta tanto en hombres como en mujeres evaluados en la clínica de falla cardiaca, lo cual conduce a replantear los esquemas de manejo dependiendo de la función renal ya que algunos de los medicamentos utilizados son nefrotóxicos o incrementan los niveles de potasio. Por lo tanto, la valoración de la función renal mediante la utilización de la depuración de creatinina por medio de la fórmula de Cockcroft, puede ser más conveniente que sólo basarse en la creatinina, por lo cual se recomienda realizarla en todos los pacientes que se estén siguiendo en las clínicas de falla cardiaca al igual que al considerar cambios en el esquema de manejo médico.

  4. Transtorno de estresse pós-traumático em pacientes de unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Caiuby,Andrea Vannini Santesso; Andreoli,Paola Bruno de Araújo; Andreoli,Sergio Baxter

    2010-01-01

    O transtorno de estresse pós-traumático tem sido descrito em pacientes após tratamento em unidade de terapia intensiva. O objetivo foi revisar estudos sobre os aspectos psicológicos e as intervenções terapêuticas destes pacientes após internação em unidade de terapia intensiva. Trinta e oito artigos foram incluídos. A prevalência de transtorno de estresse pós-traumático variou de 17% a 30% e a incidência de 14% a 24%. Os fatores de risco foram: história prévia de ansiedade, depressão ou pânic...

  5. Tratamento farmacológico e interações medicamentosas em pacientes com aneurisma da aorta abdominal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heverton Alves Peres

    2015-01-01

    Full Text Available O aneurisma da aorta abdominal (AAA ocorre quando há uma dilatação anormal e irreversível da artéria superior a 50% do calibre esperado para o vaso e associa-se a uma mortalidade de 80 a 90%. O controle dos principais fatores de risco como a hipertensão, dislipidemia, tabagismo e doenças trombóticas em aneurismas pequenos é feito por vários medicamentos que evitam o desenvolvimento e ruptura do aneurisma, no entanto, o uso destes associados a outros medicamentos pode desencadear interações medicamentosas relevantes sendo crucial o conhecimento sobre estas. Atualmente, há poucos dados na literatura sobre o tratamento farmacológico e interações medicamentosas em pacientes com AAA, sendo o objetivo desta revisão, descrever a farmacoterapia e interações medicamentosas em pacientes com AAA.

  6. Balanços metabólicos do enxofre em pacientes com leucodistrofia metacromática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Horacio M. Canelas

    1968-12-01

    Full Text Available Foram estudados os balanços metabólicos do enxofre em dois pacientes com a forma juvenil da leucodistrofia metacromática. Foi verificado, em ambos os casos, um balanço positivo desse metaloide, aparentemente não influenciado pelo tipo de dieta (geral ou vegetal. Este resultado está de acordo com a atual concepção patogênica dessa moléstia, que consiste, essencialmente, em uma sulfatidose com diminuição da atividade das sulfatases.

  7. Por que a ingestão de carambola é proibida para pacientes com doença renal crônica?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduarda Savino Moreira de Oliveira

    2015-06-01

    Full Text Available Resumo Novos estudos têm mostrado o mecanismo pelo qual a carambola (Averrhoa carambola torna-se tóxica para indivíduos com doença renal crônica (DRC. O objetivo deste trabalho foi revisar a literatura atual sobre o tema. Trata-se de artigo de revisão, com publicações de 2000 a 2014 disponíveis em bases de dados científicas. Há relatos de que a neurotoxicidade ocorre devido à presença de oxalato na carambola; porém, achados recentes mostram que o efeito neurotóxico se dá pela toxina caramboxina, que parece inibir o sistema GABAérgico, que é o principal sistema inibitório do sistema nervoso central (SNC, envolvendo alterações como soluços e confusão mental, até quadros mais sérios como convulsões e morte. É importante a ação multiprofissional para alertar os pacientes com DRC quanto à proibição do consumo da carambola.

  8. Ação terapêutica do mebendazole (R 17635 em pacientes poliparasitados: resultados finais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirceu Wagner Carvalho de Souza

    1973-08-01

    Full Text Available O mebendazole (R 17635 foi testado no tratamento de pacientes, de ambos os sexos, portadores de helmintíases mistas; o grupo selecionado situava-se na faixa etária de 4 a 14 anos, constituindo-se de 140 pacientes necessariamente residentes em comunidades restritas. Cerca de 70% dos pacientes estavam infetados por pelo menos 3 helmintos (os demais pela associação de dois, dentre ancilostomídeos, Ascaris lumbricoides, Enterobius vermicularis, Taenia sp e Trichuris trichiura. O mebendazóle (R 17635 foi administrado em comprimidos de 100 mg, um 30 minutos antes do desjejum e outro 3 horas após o jantar, por 3 dias consecutivos, independentemente do peso corporal. Não foram observadas quaisquer evidências de reações indesejáveis imediatas ou tardias, que pudessem ser atribuídas à droga. O controle de cura foi efetuado mediante as técnicas de Willis e de Hoffman-Pons & Janer, em exames coprológicos realizados 7, 14 e 21 dias contados a partir do último dia do tratamento; nos portadores de teníase e oxiuríase procedeu-se, também, ao método do "anal-swab" durante 7 dias consecutivos, a partir do sétimo dia após o tratamento. Percentual de 100% de cura foi registrado para oxiuríase, tendo sido de 98% na ascaridíase e na triquiuríase e de 94.5% na ancilostomíase. De 9 pacientes com teníase, 8 apresentaram negativação dos exames; entretanto, os Autores insistem na necessidade de maiores estudos a este respeito, quanto aos aspectos técnico e estatístico. Não obstante, consideram demonstrada a real eficácia do mebendazole (R 17635 como droga anti-helmíntica polivalente.Mebendazole (R 17635 was tested in the treatment of mixed helminthiases in 140 male and female patients aged 4 to 14 years. These patients were necessarily treated by physicians visiting their restricted communities. Approximately 70% of the patients were infected by at least three, and the rest by only two, of the following helminths: hookworm, Ascaris

  9. Fatores preditivos da disfunção sexual em pacientes com diagnóstico de epilepsia

    OpenAIRE

    Vieira, Fábio Cavalcanti de Faria

    2015-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Florianópolis, 2015. A disfunção erétil é relatada com frequência por pacientes com epilepsia e sua etiologia provavelmente é multifatorial, incluindo anormalidades do sistema endocrinológico, efeitos colaterais de fármacos antiepilépticos, comorbidades psiquiátricas e dificuldades familiares e sociais do paciente. Neste trabalho avaliamos a função er...

  10. Impacto da hipertensão arterial no remodelamento ventricular, em pacientes com estenose aórtica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carlos Hueb

    2011-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A hipertrofia ventricular esquerda (HVE é comum em pacientes com hipertensão arterial sistêmica (HAS e estenose aórtica (EAo e, com certa frequência, encontramos associação entre estas patologias. Mas, em tal situação, não está clara a importância de cada uma na HVE. OBJETIVO: 1 - Avaliar em pacientes portadores de EAo, submetidos previamente a estudo ecocardiográfico, a magnitude da HVE, nos casos de EAo isolada e associada à HAS; 2 - Avaliar o padrão de remodelamento geométrico nas duas situações. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, observacional e transversal, incluindo 298 pacientes consecutivos, com EAo ao ecocardiograma. HVE foi considerada para massa miocárdica > 224g em homens e > 162g em mulheres. Os pacientes foram classificados como portadores de EAo leve (gradiente máximo 50,0 mmHg, além disso, foram separados em dois subgrupos: com e sem HAS. RESULTADOS: Nos três níveis de lesão aórtica, a massa ventricular esquerda foi maior na EAo associada à HAS do que na EAo isolada (EAo leve: 172 ± 45 vs 223 ± 73g, p < 0,0001; EAo moderada: 189 ± 77 vs 245 ± 81g, p = 0,0313; EAo grave: 200 ± 62 vs 252 ± 88g, p = 0,0372. Presença de HAS esteve associada a maior risco de HVE (OR = 2,1,IC95%:1,2-3,6; p = 0,012. Pacientes com EAo grave e HAS apresentaram predomínio de hipertrofia concêntrica, quando comparados com aqueles normotensos (p = 0,013. CONCLUSÃO: Em pacientes com EAo, a presença de HAS foi um fator adicional de aumento da massa ventricular esquerda, interferindo também na geometria ventricular.

  11. Histoplasmose disseminada em transplantado renal Disseminated histoplasmosis in a renal transplant case

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emil Sabbaga

    1984-06-01

    Full Text Available Os Autores registram caso de histoplasmose generalizada em paciente transplantado com rim de doador não aparentado. Além da infecção fúngica diagnosticada sorologicamente e pela histopatologia, a autópsia revelou cirrose hepática macro e micronodular, de provável etiologia viral (vírus B, hepatocarcinoma, depleção linfóide do baço e glomerulopatia de transplante. Revendo a literatura sobre o assunto, chegam à conclusão de que, provavelmente, com a imunodepressão medicamentosa, as lesões pulmonares por reinfecção endógena foram as primeiras a aparecer sob a forma de uma histoplasmose pulmonar crônica.The Authors report a case of disseminated histoplasmosis in a patient during the course of non related kidney transplant. Besides the fungal infection detected by serology and histopathology, autopsy showed macro and micro-nodular hepatic cirrhosis, probably of viral etiology (B virus, hepatocarcinoma, lymphoid depletion of the spleen and transplant glomerulonephritis. After concerning literature review the Authors conclude that probably due to immunosuppressive therapy, the pulmonary lesions by endogenous reinfection were the first to appear under the form of a chronic pulmonary histoplasmosis.

  12. Prevalência de hepatite C em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico do HUCCF-UFRJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    COSTA CLÁUDIA DE ABREU

    2002-01-01

    Full Text Available Os pacientes com lúpus eritematoso sistêmico (LES apresentam fatores de risco para a aquisição de hepatite C, como hospitalizações e hemotransfusões, e compartilham com os pacientes infectados pelo vírus da hepatite C (HCV várias manifestações clínico-laboratoriais relacionadas a auto-imunidade. OBJETIVOS: O objetivo do presente estudo é determinar a prevalência de hepatite C em uma população com LES acompanhada no ambulatório de programas especiais - Colagenoses - do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF-UFRJ. MÉTODOS: Foi realizado um estudo de corte-transversal, incluindo os primeiros 91 pacientes com o diagnóstico de LES provável ou definitivo procedentes do referido ambulatório, no período de abril a setembro de 1997. Todos os doentes foram avaliados, sob o ponto de vista clínico e laboratorial, para determinação de atividade de doença lúpica. Foram realizados o teste de triagem UBI HCV EIA 4.0 e o teste suplementar INNO-LIA HCV AbIII nos 91 pacientes selecionados e , em 32 pacientes escolhidos ao acaso e nos pacientes reativos aos testes imunossorológicos foi realizada a pesquisa do RNA-HCV pelo método da reação de polimerização em cadeia (PCR. RESULTADOS: Observou-se um aumento significativo da prevalência de anti-HCV na amostra, quando comparada à população de doadores de sangue do HUCFF (6,6% versus 1,39% com o teste EIA, valor p=0,02 e intervalo de confiança 95%=5,5 a 13,8, contudo , considerando-se resultados obtidos com os testes confirmatórios imunoblot e PCR aplicados em série ( prevalência de HCV de 2,2%, com intervalo de confiança 95%=0,2 a 7,7 , a prevalência de HCV em pacientes com LES não parece mais alta que em doadores de sangue. CONCLUSÕES: A prevalência de hepatite C na amostra estudada utilizando-se um teste de triagem (EIA foi significativamente maior do que a de uma população de doadores de sangue (6,6% versus 1,39%. Porém, aplicando-se em série os testes

  13. Avaliação da reação de mitsuda em pacientes virchovianos inativos antes e após imunoterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Sueli Parreira de Arruda

    1995-09-01

    Full Text Available Neste estudo investigou-se o potencial imunomodulador do levamisole e da mistura BCG/Mycobacterium leprae em pacientes virchovianos inativos, utilizando como parâmetro a reação de Mitsuda. Vinte pacientes, classificados como Mitsuda histologicamente negativos há 10 anos, foram divididos em três grupos: cinco pacientes que foram somente reavaliados frente a mitsudina: oito pacientes que receberam levamisole e, sete que receberam a mistura de BCG vivo mais M. leprae morto. Os resultados mostraram que: 1 o levamisole não alterou a reatividade à mitsudina em nenhum dos casos estudados; 2 as modificações da reatividade verificadas com o uso da mistura (tres casos ou aquelas que ocorreram espontaneamente (tres casos foram sempre de pequena amplitude e refletiram variações próprias de pacientes com algum grau de resistência ao Mycobacterium leprae.

  14. Efeito de diferentes intensidades do treinamento de força intradialítico sobre a massa muscular e capacidade funcional e qualidade de vida de pacientes em hemodiálise: ensaio clínico randomizado

    OpenAIRE

    Lopes, Lorena Cristina Curado

    2016-01-01

    Pacientes com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise apresentam reduções importantes na massa muscular e na capacidade funcional, estas reduções são associadas a um maior risco de mortalidade. Contudo, o treinamento de força é uma possível estratégia de atenuação ou ate mesmo de redução da perda de massa muscular e força nestes pacientes. Objetivo: Avaliar o efeito de duas intensidades de treinamento de força progressivo intradialítico sobre a massa muscular e a capa...

  15. Níveis de zinco sérico em pacientes internados com depressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Saueressig

    Full Text Available RESUMO Objetivo Comparar pacientes internados com depressão e com transtorno de humor bipolar em episódio depressivo quanto aos níveis séricos de zinco. Métodos Foram incluídos 46 pacientes com idade igual ou superior a 19 anos, de ambos os sexos, internados em Unidade de Internação Psiquiátrica de um hospital universitário do sul do Brasil. Os participantes foram divididos em dois grupos: Grupo Depressão (Grupo D e Grupo com Transtorno de Humor Bipolar em episódio depressivo (Grupo THB. A análise do zinco sérico foi realizada por meio de espectrofotometria de absorção atômica. Como valores de referência para normalidade, foram adotados níveis de zinco sérico acima de 59 µg/dL para mulheres e acima de 61 µg/dL para homens. Resultados Os níveis de zinco sérico estavam dentro do padrão de normalidade em 95,7% dos pacientes. A mediana de zinco no Grupo D foi de 88,5 µg/dL e de 81,5 µg/dL no Grupo THB, porém essa diferença não foi estatisticamente significativa. O Grupo THB apresentou valores maiores de índice de massa corporal (IMC, LDL colesterol e mais internações psiquiátricas prévias. Conclusão Os resultados encontrados no presente estudo mostram que os níveis de zinco sérico em pacientes em uso de antidepressivos e outras medicações psiquiátricas, internados por THB em episódio depressivo, quando comparados a pacientes com depressão, não diferiram e estavam dentro da faixa de normalidade. O uso dessas medicações pode ter influência nas concentrações séricas do mineral.

  16. Tiopental sódico en pacientes con insuficiencia renal crónica y sin esta: Estudio comparativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Enrique Trujillo Salgado

    1996-12-01

    Full Text Available Se revisaron 56 expedientes clínicos con los protocolos de anestesiología de 26 pacientes con insuficiencia renal crónica (IRC y de 30 pacientes considerados sanos. Fueron variables para estudio, edad, sexo, peso corporal en kilogramos, hemoglobina, tensiones arteriales sistólica y diastólica, frecuencia cardíaca, complicaciones posinducción y las dosis de tiopental sódico en miligramos por kilogramos. Se utilizó análisis de varianza. Fueron significativas las variaciones con p Fifty six medical histories with the anesthesiology protocols of 26 patients with chronic renal failure (CRF and of 30 sound patients were reviewed. Age, sex, body weight in kg, haemoglobine, systolic and diastolic arterial tensions, heart rate, postinduction complications, and thiopental sodium doses in mg x kg were the variables used in this study. The variance analysis was used. Variations with p < 0,05 were significant. The sample was divided into patients without CRF (group I and with CRF (group II. There were no differences between the thiopental sodium anesthetic doses of both groups (4,59 + 3,88 mg/kg, group I and 5,89 + 4,15 mg/kg, group II. Arterial tension descended more in patients from group II as a result of anesthesia induction. This variation did not mean a greater incidence of hypotension between both groups (16,6 % in I and 15,3 % in II. It is concluded that in our enviroment the necessary dose of thiopental sodium to induce anesthesia in patients with and without CRF was not statistically different. However, the fal of arterial tensions was more important in group II. It is recommended to take more precaution in the administration of thiopental sodium to these patients

  17. Treinamento muscular respiratório em pacientes em desmame da ventilação mecânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda dos Santos Pascotini

    2014-04-01

    Full Text Available Introdução: A fraqueza da musculatura respiratória é uma das principais causas da dificuldade e/ou insucesso no desmame. Para minimizar os efeitos da ventilação mecânica (VM prolongada, os fisioterapeutas utilizam o treinamento muscular respiratório, sendo o Threshold IMT® o método mais utilizado. Objetivo: Avaliar a eficácia do treinamento muscular respiratório com o uso do aparelho Threshold IMT®, sobre parâmetros respiratórios de pacientes em desmame da VM. Métodos: Os pacientes foram distribuídos aleatoriamente em grupo controle e grupo experimental (GI e GII. Foram avaliados no primeiro dia do início do desmame quanto à força muscular respiratória: Pressão inspiratória máxima/Pressão Expiratória Máxima (PImáx/PEmáx, volume corrente (VC, frequência respiratória (FR e cardíaca (FC. Diariamente, durante sete dias, o GI recebeu três sessões de fisioterapia convencional e o GII realizou, adicionalmente, treinamento muscular respiratório (TMR com o Threshold IMT®, uma vez ao dia, no período da tarde, conectado à traqueostomia, sendo três séries de dez repetições com carga de 20% da PImáx. Os dados foram tratados estatisticamente, adotando-se o nível de significância α=0,05. Resultados: Observou-se aumento (p=0,02 na FR e redução da PImáx (p=0,04 no GI, demonstrando aumento do trabalho respiratório e perda de força muscular entre o primeiro e sétimo dia de desmame. No GII, as variáveis não sofreram alterações significativas, observando-se a manutenção da função respiratória. Conclusão: Sendo assim, o TMR foi benéfico, garantindo a manutenção dos parâmetros respiratórios, podendo ser um aliado para o desmame.

  18. Manejo nutricional em paciente cirúrgico com adenocarcinoma de pâncreas: Um relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Otoni da Silva

    2018-03-01

    Full Text Available O objetivo desse relato de caso é demonstrar como o manejo nutricional pode ser realizado em pacientes idosos com diagnóstico de adenocarcinoma de pâncreas e submetidos a cirurgia eletiva. Resultados: A dieta proposta supria a necessidade energética e calórica da paciente, o objetivo de recuperação do estado nutricional e preparo da paciente para o procedimento cirúrgico foi atingido, tendo em vista o prazo em que ocorreram os fatos. Foi ofertado o suplemento com imunonutrientes por um período de 12 dias no pré-operatório, sendo continuada no pós-operatório, conforme recomendado pelo DITEN, 2011. Nota se através desse relato a importância do uso das ferramentas de triagem e diagnóstico nutricional, para detecção precoce dos indivíduos desnutridos ou em risco nutricional, otimizando assim o planejamento para a oferta de calorias e nutrientes específicos a fim de melhorar o estado nutricional e prepara-los para a cirurgia. Descritores: Terapia nutricional; Neoplasias pancreáticas; Dietoterapia.

  19. Depressive symptoms in rheumatoid arthritis Sintomas depressivos em pacientes com artrite reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Francisco Botequio Mella

    2010-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To determine the prevalence of depressive and anxiety symptoms in patients with rheumatoid arthritis (a chronic inflammatory disease in comparison to a control group with osteoarthritis (a chronic non-inflammatory degenerative disease and to identify the sociodemographic and clinical variables associated with depressive symptoms in these patients. METHOD: Sixty-two rheumatoid arthritis patients and 60 osteoarthritis patients participated in the study. Sociodemographic and clinical data were collected and the Hospital Anxiety and Depression Scale and the Disability Index of the Health Assessment Questionnaire were applied. RESULTS: The prevalence of depressive symptoms was of 53.2% in rheumatoid arthritis and 28.3% in osteoarthritis (p = 0.005. The prevalence of anxiety symptoms was of 48.4% in rheumatoid arthritis and 50.0% in osteoarthritis (p = 0.859. The mean (and standard deviation scores in the Disability Index of the Health Assessment Questionnaire were 1.4 (0.8 in rheumatoid arthritis and 1.4 (0.6 in osteoarthritis (p = 0.864. Rheumatoid arthritis patients with depressive symptoms had lower education and higher disease activity and functional disability. CONCLUSION: Although these two rheumatic diseases are similar in terms of the pain and functional disability that they cause, a significantly higher prevalence of depressive symptoms was found in rheumatoid arthritis patients. This difference might be explained by the hypothesis of a neuroimmunobiological mechanism related to cytokines in inflammatory diseases, which has been considered as a candidate to the development of depressive symptoms.OBJETIVO: Determinar a prevalência de sintomas depressivos e ansiosos na artrite reumatóide (doença inflamatória crônica em comparação com um grupo controle com osteoartrite (doença crônico-degenerativa não inflamatória. Identificar variáveis sociodemográficas e clínicas associadas a sintomas depressivos nesses pacientes. M

  20. El nivel de la hormona paratiroidea (PTH y no el de fósforo sérico es predictor de la progresión de la enfermedad renal en pacientes mayores con enfermedad renal crónica avanzada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Néstor Gabriel Toapanta Gaibor

    2017-03-01

    Conclusiones: En nuestro grupo de pacientes de edad avanzada el deterioro de la función renal es muy lento, especialmente en los pacientes en estadio 5. La albuminuria y la PTH al inicio del seguimiento son factores pronósticos en la evolución de su función renal.

  1. Sedação com sufentanil e clonidina em pacientes submetidos a cateterismo cardíaco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anita Perpetua Carvalho Rocha

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A sedação para a realização de cateterismo cardíaco tem sido alvo de preocupação. Benzodiazepínicos, agonistas alfa-2 adrenérgicos e opioides são utilizados para esse fim, entretanto, cada um destes medicamentos possui vantagens e desvantagens. OBJETIVO: Avaliar a eficácia do sufentanil e da clonidina como sedativos em pacientes submetidos a cateterismo cardíaco, observando o impacto dos mesmos sobre os parâmetros hemodinâmicos e respiratórios, a presença de efeitos colaterais, além da satisfação do paciente e do hemodinamicista com o exame. MÉTODOS: Trata-se de um ensaio clínico prospectivo, duplo-cego, randomizado e controlado, que envolveu 60 pacientes que receberam 0,1 µg/kg de sufentanil ou 0,5 µg/kg de clonidina antes da realização do cateterismo cardíaco. O escore de sedação segundo a escala de Ramsay, a necessidade de utilização de midazolam, os efeitos colaterais, os parâmetros hemodinâmicos e respiratórios foram registrados, sendo os dados analisados em 06 diferentes momentos. RESULTADOS: O comportamento da pressão arterial, da frequência cardíaca e da frequência respiratória foi semelhante nos dois grupos, entretanto, no momento 2, os pacientes do grupo sufentanil (Grupo S apresentaram menor escore de sedação segundo a escala de Ramsay, e a saturação periférica da oxihemoglobina foi menor que o grupo clonidina (Grupo C no momento 6. Os pacientes do Grupo S apresentaram maior incidência de náusea e vômito pós-operatório que os pacientes do Grupo C. A satisfação dos pacientes foi maior no grupo clonidina. Os hemodinamicistas mostraram-se satisfeitos nos dois grupos. CONCLUSÃO: O sufentanil e a clonidina foram efetivos como sedativos em pacientes submetidos a cateterismo cardíaco.

  2. Concomitância de fibromialgia em pacientes portadores de hipotireoidismo e de alterações tireoideanas em pacientes com fibromialgia Fibromyalgia concomitance in patients with hypothyroidism and thyroid disorders in patients with fibromyalgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlene Freire

    2006-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: a fibromialgia (FM pode ser definida como uma síndrome dolorosa musculoesquelética não-inflamatória de caráter crônico, tendo como sintomas mais comuns a fadiga e o sono não-reparador. Tais manifestações podem não resultar da FM, mas de outras doenças associadas, como o hipotireoidismo. OBJETIVO: descrever a ocorrência de FM em pacientes com hipotireoidismo, e os casos de hipotireoidismo em pacientes com FM, além de determinar os sintomas associados a essas condições clínicas. MÉTODOS: foram avaliados 166 pacientes portadores de FM e 56 com hipotireoidismo. Os voluntários responderam a um questionário para detecção dos principais sinais e sintomas dessas doenças em estudo e foram submetidos às dosagens séricas de hormônio estimulador da tireóide (TSH, tiroxina livre (T4 livre e anticorpo antitireoperoxidase (a-TPO. RESULTADOS: nos 166 pacientes com FM, foram diagnosticados hipotireoidismo clínico ou subclínico em 35 (21,1%. Dos 56 pacientes portadores de hipotireoidismo, em 36 (64,3% foi confirmado o diagnóstico de FM pelos critérios do American College of Rheumatology (ACR. Nos pacientes com hipotireoidismo previamente diagnosticado, a fadiga, o sono não-restaurador e a cefaléia crônica foram estatisticamente mais freqüentes naqueles que apresentavam diagnóstico de FM. A rigidez matinal foi mais prevalente nos pacientes com hipotireoidismo sem FM. CONCLUSÃO: há que se considerar a presença de manifestações clínicas ou laboratoriais de disfunção tireoideana nos pacientes portadores de FM e de FM em pacientes portadores de hipotireoidismo, para uma melhor abordagem diagnóstica e posterior tratamento dos mesmos.INTRODUCTION: Fibromyalgia can be defined as a non-inflammatory musculoskeletal pain syndrome. It is a chronic condition, commonly associated with fatigue and non-restorative sleep. However, such symptoms may result from coexisting diseases, for instance hypothyroidism. OBJECTIVE

  3. Valoración física, condición física y calidad de vida en pacientes con diferentes tratamientos renales sustitutivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonsoles Hernández Sánchez

    2015-06-01

    Full Text Available La actividad física es de vital importancia en pacientes con enfermedad renal crónica, ya que mejora la capacidad funcional de los sujetos e incrementa notablemente su calidad de vida. Para mejorar la calidad de vida en pacientes con tratamiento renal sustitutivo, dializados o trasplantados, deberían ser incluidos programas de actividad física planificados y supervisados por profesionales. Existen varios estudios sobre entrenamiento aeróbico y de fuerza en pacientes con enfermedad renal crónica en hemodiálisis pero pocos sobre la condición física relacionada con la salud en estos pacientes y escasos los referentes a condición física en trasplantados y en pacientes con diálisis peritoneal. El objetivo principal del estudio fue evaluar el nivel de actividad física, condición física y calidad de vida de enfermos renales crónicos con diferentes tratamientos sustitutivos. Material y métodos: 25 enfermos renales crónicos varones de entre 59 y 72 años, que participaron voluntariamente en este estudio, fueron divididos en 3 grupos: trasplantados renales: N=11, hemodializados: N=6, y en tratamiento de diálisis peritoneal: N=8. Se les administró el cuestionario de cuantificación de actividad física YALE, el cuestionario de calidad de vida KDQoL y realizaron la batería de tests Senior Fitness Test (SFT. Resultados: No se encontraron diferencias significativas entre grupos en ninguno de los cuestionarios ni en los tests realizados. Los 3 grupos mostraron valores inferiores que otras poblaciones sanas de referencia de la misma edad. Conclusiones: El tipo de tratamiento sustitutivo en los pacientes con enfermedad renal crónica no influye sobre el nivel de actividad física, condición física ni calidad de vida.

  4. Erro médico em pacientes hospitalizados Medical errors in hospitalized patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel de Carvalho

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: o presente artigo tem por objetivo revisar a literatura e discutir a questão do erro médico em pacientes hospitalizados, enfocando sua conceituação, incidência, fatores predisponentes e mecanismos de prevenção. Aborda, em especial, erros e eventos adversos com drogas envolvendo recém-nascidos e pacientes pediátricos. Métodos: revisão bibliográfica utilizando banco de dados Medline, selecionando-se aqueles com informações atuais e relevantes. Resultados:mesmo assumindo que a notificação do erro médico não ocorre em um grande número de eventos, é importante notar que sua incidência é muito maior do que julgamos. Só nos EUA, cerca de um milhão de pacientes por ano são vítimas de erros médicos e eventos adversos com drogas. Segundo recente metanálise, esta é, hoje, a quarta causa de morte nos EUA. Em unidades de terapia intensiva neonatal e pediátrica, nas quais é grande a complexidade e a freqüência de procedimentos, a ocorrência de erros é maior. Estima-se que quinze por cento das internações em unidades de terapia intensiva neonatal sejam acompanhadas de erro médico. A maioria destes erros acontece durante o período noturno, e envolve administração incorreta de droga (35% e erro na interpretação da prescrição (26%. Fatores ambientais (barulho, calor, psicológicos (tédio, ansiedade, estresse e fisiológicos (fadiga, sono contribuem para a ocorrência de erros. Recente estudo revela que após um plantão de 24 horas, sem dormir, o desempenho psicomotor de um profissional de saúde é semelhante ao de um indivíduo legalmente bêbado (nível sérico alcoólico maior ou igual a 0,08%! Conclusões: mesmo em profissionais conscientes, erros são acompanhantes inevitáveis da condição humana. A prevenção de erros deve basear-se na busca de causas reais, que geralmente incluem erros no sistema de organização e implementação do serviço. Erros devem ser aceitos como evidência de falha no

  5. Analgesia regional periférica com lidocaína em paciente queimado: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geier Karl Otto

    2004-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A realização de anestesia regional em pacientes queimados é dificultosa pela localização aleatória das lesões térmicas. Elevadas taxas de alfa1 glicoproteína ácida com grande afinidade para drogas alcalinas, especialmente a lidocaína, têm sido observadas nesses pacientes. Este caso relata como o uso intermitente de anestesia e analgesia regional periférica com altas doses de lidocaína podem ser úteis em fornecer efetiva analgesia num paciente com queimaduras de segundo grau nos quatro membros, abrangendo, aproximadamente, 20% de área superficial queimada. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 23 anos, 86 kg, estado físico ASA II, com queimadura superficial da face, segundo grau nos quatro membros e elevada taxa sérica de alfa1 glicoproteína ácida (260 mg.dl-1, teve sua dor controlada com 11,6 mg.kg-1 de lidocaína com adrenalina 1:400.000 administrada por cateteres introduzidos e tunelizados para diversos procedimentos - irrigações e troca de curativos, desbridamentos, fisioterapia, enxertos cutâneos e analgesia diária durante 28 dias. CONCLUSÕES: Em pacientes queimados com injúrias térmicas localizadas nas extremidades, a analgesia regional periférica pode ser útil. As elevadas taxas séricas de alfa1 glicoproteína ácida e o local da injeção podem permitir o emprego de altas doses de lidocaína.

  6. Preditores de internação hospitalar em pacientes com síncope atendidos em hospital cardiológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Marques Fischer

    2013-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: No atendimento ao episódio sincopal é necessário estratificar o risco para melhor diferenciar pacientes que necessitam de internação hospitalar daqueles que podem ser liberados. Os critérios utilizados pelos médicos avaliadores desses pacientes em emergências cardiológicas em nosso meio são desconhecidos. OBJETIVOS: Analisar quais os critérios adotados para internação hospitalar, diferenciá-los dos utilizados nos pacientes liberados e compará-los com os preditores de alto risco definidos pelo escore de OESIL já validado para esse fim. MÉTODOS: Estudo transversal em pacientes diagnosticados com síncope na emergência em nossa instituição no ano de 2011. RESULTADOS: Dos 46.476 atendimentos realizados naquele ano, 216 foram descritos como síncope. Dos 216 pacientes analisados, 39% foram internados, sendo que as principais variáveis associadas à admissão foram síncope prévia, doença cardíaca conhecida, história negativa para acidente vascular encefálico no passado, ECG alterado e possuir plano de súde. Na comparação internação contra não internação, os escores OESIL 0-1 foram associados a maior chance de liberação hospitalar; os escores 2-3 apresentaram maior associação com internação. Um escore OESIL >2 demonstrou razão de chances 7,8 vezes maior de internação comparado com o escore 0 (p < 0,001; IC95%: 4,03-15,11. Aproximadamente 39% dos pacientes não tiveram definição etiológica e em 18% foi identificada uma causa cardiológica. CONCLUSÕES: Fatores como doença cardiovascular conhecida, história sincopal prévia, ausência de AVC prévio, possuir seguro de saúde e eletrocardiograma alterado foram os critérios utilizados pelos médicos em emergência para indicar internação hospitalar. Houve boa correlação entre os critérios clínicos e os critérios de risco do OESIL descritos na literatura.

  7. Qualidade de vida em pacientes submetidos à cirurgia ortognática: saúde bucal e autoestima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Guimarães Filho

    Full Text Available A cirurgia ortognática é o ramo da cirurgia bucomaxilofacial que trata das deformidades dentofaciais, buscando a correção da oclusão e melhora articular, respiratória e fonética, que geram benefícios funcionais e harmonizam a face, o que acarreta aspectos positivos em relação à estética e ao fator psicossocial do paciente. Objetivou-se avaliar a qualidade de vida desses pacientes, através dos aspectos funcionais, estéticos e psicossociais. O presente estudo foi realizado em clínica odontológica particular, na cidade de Taubaté. Foram avaliados 33 pacientes, 12 do gênero masculino e 21 do gênero feminino, com idades entre 18 a 45 anos, com tratamento ortocirúrgico indicado ou já realizado, utilizando-se os questionários Escala de Autoestima de Rosenberg/UNIFESP-EPM, Oral Health Impact Profile-14 - OHIP14 e PIDAQ-Brasil/UNIFESP e o Teste não Paramétrico de Mann-Whitney. Os resultados evidenciaram que a cirurgia ortognática é um procedimento capaz de oferecer melhora da qualidade de vida para pacientes portadores de deformidades dentofaciais, por meio dos aspectos funcionais, estéticos e psicossociais.

  8. Aspectos clínicos e epidemiológicos de pacientes queimados internados em um Hospital de Ensino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samanta Flor Montes

    2011-04-01

    Full Text Available Os objetivos foram: caracterizar os pacientes queimados segundo as variáveis epidemiológicas e clínicas e identificar os tratamentos, procedimentos invasivos e as complicações. Trata-se de um estudo retrospectivo, descritivo e quantitativo. A amostra constituiu-se de 138 pacientes queimados internados em um hospital de ensino, no período de janeiro de 2003 a dezembro de 2007, de Uberaba-MG. Dos 138 pacientes internados, 98 (71,0% eram do gênero masculino e a média de idade foi de 26,1 anos. O tempo médio de internação foi de 16,2 dias; 93 (67,4% eram de natureza acidental e a principal causa 68 (49,3% foi a chama aberta. A superfície corporal queimada média foi de 20,8% e a maioria 122 (88,4% apresentou queimadura de 2° grau. A terapia tópica mais utilizada 93 (67,4% foi a sulfadiazina de prata. A sondagem vesical de demora foi instalada em 47 (34,0% pacientes; 30 (21,7% foram submetidos à enxertia e 28 (20,3% ao desbridamento; 14 (10,1% apresentaram infecção da lesão.

  9. Uso de medicamentos, glicemia capilar e índice de massa corpórea em pacientes com diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Flávio Moura de Araújo

    2013-10-01

    Full Text Available Objetivou-se relacionar o uso de medicamentos com a glicemia capilar e o índice de massa corpórea em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. Estudo transversal realizado entre janeiro e julho de 2009, nos domicílios de 437 pacientes de doze centros de saúde de Fortaleza-CE. Utilizou-se um formulário para o registro das variáveis sociodemográficas e clinicas, glicemia capilar, índice de massa corpórea e uso de medicamentos. Dos pacientes com glicemia capilar normal, 93% não utilizavam antidepressivos / ansiolíticos (p = 0,02. Aproximadamente 99% dos que apresentavam a glicemia capilar elevada não utilizavam cálcio diariamente (p = 0,04. Entre aqueles com índice de massa corpórea normal, 45,5% tomavam diariamente anti-hipertensivos da classe inibidor da ECA (p = 0,03. O uso diário de drogas inibidoras da ECA, antidepressivos / ansiolíticos e cálcio apresentou associação com a glicemia capilar e o índice de massa corpórea, respectivamente. É importante que o enfermeiro avalie o peso corporal e a glicemia capilar dos pacientes com diabetes, em particular daqueles que fazem uso contínuo de medicamentos.

  10. Prevalência de aloimunização eritrocitária em pacientes portadores de anemia falciforme

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Gomes Vizzoni

    2017-04-01

    Full Text Available Embora as transfusões de concentrado de hemácias sejam importantes para o tratamento de pacientes com anemia falciforme, elas acarretam riscos imunológicos tais como a aloimunização a antígenos eritrocitários. Aproximadamente 50% dos pacientes de anemia falciforme recebem transfusões no decorrer da vida, e entre 5 e 10% desses pacientes são submetidos a um programa de transfusão crônica. A aloimunização eritrocitária é uma complicação relativamente comum, podendo até mesmo levar a reações transfusionais hemolíticas tardias, contribuindo para aumentar as comorbidades da doença. Importantes medidas para prevenção dessas complicações nesses pacientes são o uso de hemácias previamente fenotipadas, além da fenotipagem do próprio receptor de concentrado de hemácias, determinando seu correto perfil fenotípico e possibilitando a escolha de concentrado de hemácias com antígenos correspondentes ao do paciente a ser transfundido. Extensa genotipagem eritrocitária profilática para selecionar doadores para pacientes que receberão repetidas transfusões durante um longo período é uma aplicação atraente de tipagem de sangue baseado em DNA. Isso é particularmente relevante para pacientes com doença falciforme, nos quais a taxa de aloimunização é elevada.

  11. O estudo da prova calórica em pacientes idoso The study of caloric testing in senior patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Cristina de Oliveira Bezerra

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: realizar o estudo da prova calórica em pacientes idosos com queixa de tontura, acompanhada ou não de zumbido com finalidade de traçar um perfil dos idosos quanto os sintomas vestibulares. MÉTODOS: fizeram parte da amostra 143 pacientes, com faixa etária variando de 60 a 90 anos de idade; todos realizaram o exame otoneurológico. Foram excluídos pacientes idosos com queixa de desequilíbrio e aqueles que apresentaram a queixa de zumbido desacompanhado da tontura. RESULTADOS: o estudo demonstrou que a normorreflexia, em valores absolutos, encontra-se entre 82,3% a 91,2% e os valores relativos são de 93%. Referente aos dados colhidos na anamnese, o que chamou a atenção, foi que do total de pacientes analisados, encontrou-se a tontura acompanhada de zumbido em 69% dos casos e o elevado uso de medicação em pacientes nesta faixa etária. CONCLUSÃO: na população estudada houve um predomínio da tontura acompanhada de zumbido. Em relação à prova calórica, o trabalho demonstrou a alta prevalência de pacientes com valores absolutos e relativos normais.PURPOSE: to accomplish the study of caloric testing in senior patients with dizziness, accompanied or not of with buzzing. METHODS: 143 patients were analyzed with age varying from 60 to 90 years; all of them did an otoneurologic evaluation. Senior patients with unbalance complaints and with buzzing unaccompanied with dizziness were excluded from this study. RESULTS: 82.3% to 91.2% of the patients obtained normoreflexia in absolute values and over 93% obtained normal results in relative values. Referring to the data obtained in the anamnesis, what got attention was 69% of dizziness accompanied with buzzing. And the high medication of the patients in this age group. CONCLUSION: there was a prevalence of dizziness accompanied with buzzing in the studied population. Concerning the caloric testing, the study demonstrated the high prevalence of patients with normal absolute and

  12. Jejum pré-operatório em pacientes hospitalizados = Preoperative fasting in hospitalized patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flores, Patrícia da Fonseca

    2013-01-01

    Full Text Available Introdução: A resposta metabólica ao trauma cirúrgico é potencializada pelo jejum pré-operatório prolongado. Estudos evidenciam que a redução do tempo de jejum com a ingestão de líquidos com carboidratos, no pré-operatório, não resulta em aumento do risco de morbidade associada à anestesia. Objetivo: Revisar sobre as atuais recomendações da literatura acerca do jejum pré-operatório em pacientes hospitalizados. Materiais e Métodos: Realizou-se uma revisão de literatura a partir das bases de dados Medline/Pubmed, Lilacs e Embase, publicados no período de 2002 até 2012, com os termos de indexação: jejum, inanição, período pré-operatório e cuidado pré-operatório. Resultados: Foram incluídos 20 estudos na revisão. Foram encontrados resultados referentes às consequências da abreviação do jejum pré-operatório, através do uso de uma solução de líquido enriquecida com carboidrato. Os resultados demonstraram que o uso da solução determina maior satisfação, menor irritabilidade, aumento do pH gástrico e principalmente, reduz a resposta catabólica ao estresse cirúrgico, com consequente melhora da recuperação pós-operatória. Conclusão: Os resultados de trabalhos clínicos consistentes têm feito com que velhos paradigmas sejam questionados dando lugar a práticas mais modernas. Soluções que contenham carboidratos e outros nutrientes são promissoras quanto à melhora na resposta endócrino-metabólica ao trauma. A satisfação do paciente também deve ser considerada, e é maior quando se empregam períodos mais curtos de jejum no pré-operatório

  13. Vacinação em pacientes da Coorte Brasília de artrite reumatoide inicial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Feitosa Muniz

    2014-10-01

    Full Text Available Introdução: Os pacientes com diagnóstico de artrite reumatoide (AR apresentam risco aumentado de infecções. A vacinação é uma medida preventiva recomendada. Não há estudos avaliando a prática da vacinação nos pacientes com AR inicial. Objetivos: Avaliar a frequência de vacinação e a orientação (feita pelo médico sobre vacinas entre os pacientes com diagnóstico de AR inicial. Métodos: Estudo transversal incluindo pacientes da coorte Brasília de AR inicial. Foram analisados dados demográficos, índice de atividade da doença (Disease Activity Score 28 - DAS28, incapacidade funcional (Health Assessment Questionnaire - HAQ, dados sobre tratamento e vacinação após o diagnóstico da AR. Resultados: Foram avaliados 68 pacientes, sendo 94,1% mulheres, com idade média de 50,7 ± 13,2 anos. O DAS28 foi de 3,65 ± 1,64, e o HAQ de 0,70. A maioria dos pacientes (63% possuía cartão vacinal. Apenas cinco pacientes (7,3% foram orientados pelo médico sobre uso das vacinas. Os pacientes foram vacinados para tríplice viral (8,8%, tétano (44%, febre amarela (44%, hepatite B (22%, gripe (42%, influenza H1N1 (61,76%, pneumonia (1,4%, meningite (1,4% e varicela (1,4%. Todos os pacientes vacinados com vírus vivo atenuado estavam em uso de imunossupressores e receberam as vacinas de forma inadvertida, sem orientação médica. Não houve associação entre o uso de nenhuma vacina e atividade da doença, incapacidade funcional, anos de escolaridade, hábitos de vida, comorbidades. Conclusão: Os pacientes foram pouco orientados pelo médico com relação ao uso das vacinas, com elevada frequência de vacinação inadvertida com componente vivo atenuado, enquanto a imunização com vírus mortos ficou aquém do recomendado.

  14. Anestesia subaracnóidea para cesariana em paciente portadora de esclerose múltipla: relato de caso

    OpenAIRE

    Barbosa, Fabiano Timbó; Bernardo, Ronaldson Correia; Cunha, Rafael Martins da; Pedrosa, Maria do Socorro Melo

    2007-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A esclerose múltipla é uma doença adquirida que se caracteriza por áreas desmielinizadas no encéfalo e na medula espinal. O quadro clínico depende das áreas anatômicas acometidas. As principais causas de morte são infecção, falência respiratória e estado de mal epiléptico. Ocorre em pacientes geneticamente predispostos após contato com fatores ambientais, principalmente os vírus. O objetivo desse relato foi apresentar a técnica anestésica adotada em paciente com esc...

  15. Candidíase oral como marcador de prognóstico em pacientes portadores do HIV

    OpenAIRE

    Cavassani Valdinês Gonçalves dos Santos; Andrade Sobrinho Jozias de; Homem Maria da Graça Naclério; Rapoport Abrão

    2002-01-01

    Introdução: A candidíase oral é uma das doenças oportunistas mais fortemente associadas à infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Vários relatos epidemiológicos enfatizam a prevalência da candidíase em pacientes HIV positivos e ressaltam a sua importância como marcador da progressão da doença e preditivo para o aumento da imunodepressão. Objetivo: Verificar as alterações estomatológicas em pacientes portadores do HIV tratados no Hospital Heliópolis - São Paulo, Brasil e comparar...

  16. Infecção hospitalar em pacientes cirúrgicos de Hospital Universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Medeiros Aldo da Cunha

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar fatores intercorrentes e a incidência da infecção em pacientes operados no Hospital Universitário da UFRN. MÉTODOS: Foram estudados, através de protocolo previamente estabelecido, 3.120 pacientes internados que se submeteram a procedimentos cirúrgicos no período de janeiro de 1999 a outubro de 2002. RESULTADOS: O índice de infecção hospitalar foi de 5,9%, e a topografia de maior incidência foi a ferida operatória (3,7%. Infecção respiratória ocorreu em 1,2%, urinária em 0,6% e bacteremia em 0,1%. O índice de infecção comunitária foi de 9,2%, predominando infecção urinária (5% e respiratória (2,1%. Quanto ao grau de contaminação das feridas operatórias, as feridas limpas (1479 apresentaram infecção em 2,9%, as feridas limpas-contaminadas (1277 em 6,0% dos casos, as feridas contaminadas (270 em 15,1%, e as ferida infectadas (94 resultaram em infecção em 30,75% dos casos. CONCLUSÃO: Concluiu-se que a incidência de infecção cirúrgica foi compatível com os índices na literatura mundial. A partir desses dados, ratifica-se a importância de medidas de controle de infecção hospitalar de forma sistemática, como vem sendo realizado no hospital onde o estudo foi realizado.

  17. Avaliação da qualidade de vida em pacientes submetidos à cirurgia de catarata, com implantes de lentes monofocais bifocais e multifocais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beogival Wagner Lucas Santos

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivo: Fornecer uma avaliação objetiva e subjetiva da qualidade de vida e o nível de satisfação de pacientes que se submeteram à cirurgia de catarata, com implante de lentes bifocais, multifocais e monofocais. Métodos: Lentes bifocais foram implantadas em 72 pacientes; lentes multifocais asférica em 16 pacientes; lentes multifocais apodizada em 20 pacientes e lentes monofocais em 63 pacientes. Foi aplicado um questionário de 47 perguntas cujos resultados foram avaliados e analisados. Resultados: O nível de satisfação dos pacientes implantados com lentes bifocais e multifocais foi significantemente mais alto do que aqueles com lentes monofocais (teste Kruskal-Wallis p<0,01, seguido do teste Dunn, p<0,05. Quanto à comparação de lentes monofocais com lentes bifocais e multifocais, a visão para perto sem correção foi consideravelmente mais baixa em pacientes com lentes monofocais (teste Z, p<0,001. Os pacientes com lentes monofocais sem correção apresentaram uma menor capacidade de ler jornais ou livros e no que diz respeito a trabalhos manuais do que aqueles com lentes bifocais e multifocais (teste Z, p<0,001. Conclusão: Os resultados deste estudo mostram que os pacientes que receberam as lentes bifocais e multifocais tiveram uma melhora notável em sua acuidade visual para perto, estando satisfeitos com sua visão geral, sem óculos. A satisfação foi atribuída ao fato de conseguirem ler livros e jornais, preencher cheques, preencher formulários, praticar esportes, se barbear ou se maquiar sem correção.

  18. Oxidative stress in patients with type 2 diabetes mellitus treated with metformin = Estresse oxidativo em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 em tratamento com metformina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dries, Samuel Selbach

    2017-01-01

    RESULTADOS: A amostra inicial foi composta por 49 pacientes com idade de 59±9 anos e índice de massa corporal de 29,8±5,1 kg/m2 , com diabetes por uma mediana de tempo de 36 (intervalo interquartil 1-240 meses e em uso de metformina há uma mediana de 36 (intervalo interquartil 1-180 meses. Vinte e cinco pacientes deixaram o estudo entre a segunda e a quarta reunião. Os níveis de malondialdeído diferiram entre antes e após o acompanhamento farmacoterapêutico, correlacionando-se positivamente com glicemia, glicohemoglobina e triglicerídeos e negativamente com metformina e superóxido dismutase. Encontrou-se elevação da glicemia, glicohemoglobina e malondialdeído, e diminuição da metformina no grupo com complicações diabéticas, e foi identificada correlação entre malondialdeído e o número de complicações diabéticas por paciente. CONCLUSÕES: Nesta amostra de pacientes com diabetes mellitus tipo 2 em tratamento com metformina, o estresse oxidativo foi mais pronunciado nos que apresentavam pior controle glicêmico e complicações diabéticas

  19. Força máxima da língua em pacientes com bruxismo

    OpenAIRE

    Lis Meirelles

    2014-01-01

    Resumo: O bruxismo é assunto de intensa investigação na área odontológica e está correlacionado a fatores emocionais e a eventos de estresse experimentado pelos indivíduos. Uma vez que o hábito de ranger de dentes pode levar a edentações na língua, este estudo avaliou a força da língua em pacientes bruxistas antes e após a terapia por meio de placas oclusais estabilizadoras. Para tanto, voluntários foram selecionados na Faculdade de Odontologia de Piracicaba - UNICAMP e separados em dois grup...

  20. Hanseníase: um estudo sobre a experiência da enfermidade de pacientes em Salvador-Bahia

    OpenAIRE

    Martins, Patrícia Vieira

    2013-01-01

    A pesquisa que originou esta tese foi realizada com indivíduos residentes no Estado da Bahia, que buscaram tratamento em um hospital de referência na cidade de Salvador, e teve como objetivo responder, a partir de uma perspectiva socioantropológica, a uma série de indagações, tais como: de que maneira os pacientes construíram a experiência da enfermidade vivenciada por eles; qual foi a repercussão social da doença em suas vidas; quais os significados atribuídos a ela; quais as estratégias de ...

  1. Utilização da albumina na citologia esfoliativa em pacientes com conjuntivite alérgica

    OpenAIRE

    Bezerra Haroldo de Lucena; Rizzo Luiz Vicente; Yu Maria Cecília Zorat; Freitas Denise de

    2003-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a albumina como fixador de material obtido de raspado conjuntival para citologia esfoliativa. MÉTODOS: Foi realizada citologia esfoliativa conjuntival por meio de estudo prospectivo em quarenta e seis olhos de vinte e três pacientes com conjuntivite alérgica. Foram realizadas três colheitas: (1) na fase aguda, (2) após uso de corticosteróides (tratamento A) e (3) após uso de estabilizador de membrana de mastócitos (tratamento B); em dois tipos de lâminas, com e sem albumina,...

  2. Morbidade febril puerperal em pacientes infectadas pelo HIV Puerperal morbidity in HIV-positive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea De Marcos

    2003-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as taxas de morbidade febril puerperal em pacientes infectadas pelo HIV e sua correlação com a via de parto, duração do trabalho de parto, tempo de rotura de membranas, número de células CD4+ e carga viral do HIV periparto. MÉTODOS: foram incluídas 207 gestantes infectadas pelo HIV, com seguimento pré-natal e parto entre maio de 1997 e dezembro de 2001, sendo 32 submetidas a parto vaginal e 175 a cesárea. Do total de pacientes, 62,8% foram submetidas a cesárea eletiva. A idade média no grupo analisado foi de 27,4 anos, 25,6% eram nulíparas e 26% primíparas, com idade gestacional média de 37,8 semanas no momento do parto. A contagem média de células CD4+ foi de 481 células /mm³ e da carga viral do HIV de 49.100 cópias/mL, ambas no final da gestação. RESULTADOS: a morbidade febril puerperal ocorreu em 34 pacientes, sendo 33 pós-cesárea e 1 pós-parto vaginal. O tipo mais comum de intercorrência infecciosa pós-cesárea foi infecção de cicatriz cirúrgica (13% dos casos de infecção. Os fatores analisados, como duração do trabalho de parto, tempo de rotura de membranas, contagem de células CD4+ ou carga viral do HIV periparto, não interferiram na taxa de morbidade febril puerperal. CONCLUSÕES: A incidência de morbidade febril puerperal foi de 16,8%, sendo mais freqüente pós-cesárea (18,9% que pós-parto vaginal (3,1%. Os demais fatores não mostraram relação significativa com a taxa de morbidade febril puerperal.PURPOSE: the morbidity in HIV-positive patients due to puerperal fever was studied and correlated to the method and duration of labor, the duration of premature rupture of the membranes, CD4+ cell count and the viral load (VL at peridelivery. METHODS: a total of 207 HIV-positive women with prenatal examinations and deliveries between May 1997 and December 2001 were enrolled. Of these, 32 had natural childbirth and 175 had a cesarean section. Of the total of enrolled patients, 62

  3. Cuantificación del deterioro funcional durante seis meses en pacientes renales en estadio terminal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucía Ortega Pérez de Villar

    2015-12-01

    Full Text Available Introducción: Los pacientes en tratamiento de diálisis presentan una disminución de la función física, sin embargo, no hay estudios que demuestren el ritmo al que se produce este deterioro funcional. El objetivo principal es cuantificar el deterioro funcional de los pacientes en tratamiento de diálisis durante seis meses. Métodos: 43 pacientes en tratamiento de diálisis de dos centros de Valencia (España (edad 61.3 (14.7 años fueron analizados después de 6 meses. Los participantes completaron el Short Physical Performance Battery, equilibrio monopodal, el Timed Up and Go Test, Sit to stand to Sit Test 10 y 60, dinamometría de mano; elevación de talón y 6 minutos marcha. Además se recogieron datos de las historias clínicas y de las analíticas. Resultados: Tres de las pruebas mejoraron significativamente tras el periodo de 6 meses de observación: el Sit To Stand 10, la dinamometría de la mano derecha y la dinamometría de la mano izquierda, pero sin alcanzar un cambio clínico relevante. Por otro lado, otras medidas no obtuvieron un deterioro significativo como fueron el Short Physical Performance Battery, el Sit to Stand 60, la elevación del talón izquierdo y el 6 minutos marcha. Conclusiones: Después de 6 meses, en ninguna de las pruebas de capacidad funcional se observa un deterioro significativo. Se recomienda a los centros de hemodiálisis realizar un seguimiento de capacidad funcional anualmente, ya que con un periodo de 6 meses no se encuentran cambios significativos.

  4. PERFIL LÍPIDICO DOS PACIENTES HIV POSITIVOS EM USO DA TERAPIA ANTIRRETROVIRAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Roseane dos Santos

    2017-07-01

    Full Text Available Corresponde a estudo descritivo de corte transversal, buscou-se evidenciar o impacto da TARV sobre o perfil lipídico. Realizada com 37 pacientes atendidos no ambulatório de Doenças Infecciosas e Parasitárias do centro de referência para HIV do Hospital Universitário Oswaldo Cruz em Recife-PE/Brasil. Através da realização de entrevistas, coleta de informações sobre terapia antirretroviral, curva de CD4 e carga viral obtidas nos prontuários. Tendo como aprovação no comitê de ética e pesquisa CAAE de nº 11365112.8.0000.5192. Revela o impacto no perfil lipídico associado ao uso contínuo da TARV, demostrando aumento do TG 54%, CT 49%, VLDL (41%, LDL-c 19% e diminuição do HDL-c 24%.   As associações de esquemas de ITRN e IRNN apresentaram o maior número de alterações. As drogas da TARV induzem distúrbios metabólicos graves e associados com outros fatores encontrados como HAS 19%, tabagismo 35% e sedentarismo 81% constituem uma forte predisposição de aterosclerose e consequentemente riscos cardiovasculares.

  5. Infecção pulmonar tripla em paciente gravemente imunocomprometido por AIDS: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Faucz Rafael Artigas

    2006-01-01

    Full Text Available Os autores relatam um caso de paciente do sexo masculino, 38 anos de idade, motorista, soropositivo para HIV há oito anos, sem acompanhamento, com quadro de tosse produtiva com secreção acinzentada e episódios intermitentes de dispnéia há 15 dias. Informava dois episódios pregressos de tuberculose pulmonar (1983 e 2001 tratados. A radiografia de tórax evidenciou áreas de hipotransparência nodular e broncogramas aéreos bilateralmente. A tomografia computadorizada de tórax evidenciou vários achados inespecíficos, dentre eles áreas esparsas de consolidação, cavitação, bronquiectasia, opacidade em vidro fosco, espessamento intersticial e broncogramas aéreos. A lavagem broncoalveolar evidenciou numerosas hifas com raros septos bifurcados sugestivos de Aspergillus sp. e a cultura foi positiva para Nocardia sp. e Mycobacterium tuberculosis. Foi instituída terapia com anfotericina B, sulfametoxazol-trimetoprim e anti-retrovirais. Após 20 dias, recebeu alta sem queixas pulmonares. Decorridos 15 dias, retornou com diarréia, febre, disfagia e emagrecimento importante. Foi a óbito após cinco dias, por sepse estafilocócica.

  6. Psicoterapia em grupo de pacientes com transtorno afetivo bipolar Group psychotherapy for bipolar disorder patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Carramão Gomes

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Vem crescendo nos últimos anos o número de estudos com abordagens psicoterápicas no tratamento de pacientes com transtorno afetivo bipolar. Contudo, pouco ainda se sabe sobre o efeito que tem estas abordagens nestes pacientes. OBJETIVO: Avaliar a efetividade da terapia de grupo no tratamento do transtorno afetivo bipolar. MÉTODO: Levantamento bibliográfico no Medline, Lilacs, PubMed e ISI de artigos publicados em língua inglesa no período de 1975 a 2005 e busca manual com base na bibliografia dos artigos selecionados. Foram incluídos apenas os estudos que utilizaram grupo controle, randomizados, com casuística superior a 20 pacientes. RESULTADOS: Foram encontrados somente cinco trabalhos, três deles publicados nos últimos cinco anos. Três utilizaram modelos de psicoeducação, encontrando aumento na adesão ao tratamento farmacológico. Um destes verificou redução no número de hospitalizações e recaídas. Dois estudos combinaram psicoeducação e abordagens psicoterápicas variadas. Destes, um mostrou aumento no período de remissão e redução de sintomas para episódios maníacos. CONCLUSÕES: O interesse por intervenções psicoterápicas baseadas em evidência, no tratamento do TAB, vem aumentando nos últimos anos. Este fato contrasta com o baixo número de estudos dedicados à modalidade de atendimento em grupo, que poderia ser muito útil em instituições onde grande número de pacientes é atendido. A complexidade clínica dessa doença, a presença de diversas comorbidades e os diferentes graus de adesão à farmacoterapia demandam a criação de opções terapêuticas variadas que atendam às necessidades de cada indivíduo. Os estudos indicam que a terapia de grupo pode ser uma opção eficaz de tratamento que merece ser mais bem investigado para permitir sua aplicação na prática clínica.BACKGROUND: In the last years there has been a growing number of studies using psychotherapy approaches in the

  7. Dolor músculo-esquelético en pacientes con enfermedad renal crónica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Caravaca

    2016-07-01

    Conclusiones: El DMEC es muy prevalente en pacientes con ERC avanzada, y se asocia con otros síntomas comunes de la uremia crónica. Al igual que en la población general, características como sexo femenino, edad avanzada, obesidad y comorbilidad están más frecuentemente asociados al DMEC. La elevación de los marcadores de inflamación asociada al DMEC podría ser un hallazgo relevante para explicar su patogenia.

  8. Alteraciones glucémicas en los pacientes con enfermedad renal crónica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. De’Marziani

    2016-03-01

    Se propone la realización de PTOG en todo paciente con ERC, ya que permite la detección de todo el rango de disglucemias desconocidas, evitando el subdiagnóstico y favoreciendo la realización de tratamientos para evitar su progresión, en caso de estar ante la presencia de un grupo de riesgo para DM (GAA o TAG, así como la elección de la medicación más adecuada para el trasplante o el inicio del tratamiento de nuevos casos de DM no diagnosticada, para disminuir la morbimortalidad.

  9. Dosimetria de pacientes e médicos em intervenções coronárias percutâneas em Recife, Pernambuco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Socorro Rocha da Silva

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este trabalho teve como objetivo estimar os valores de doses de radiação recebidas por médicos e pacientes em procedimentos intervencionistas cardíacos realizados em um hospital público na cidade de Recife, Pernambuco. MATERIAIS E MÉTODOS: As medidas foram determinadas em 31 pacientes adultos, dos quais 22 tiveram acompanhamento clínico após o procedimento, e em dois cardiologistas com mais de dez anos de experiência. Parâmetros de irradiação para cada procedimento foram registrados. RESULTADOS: Os valores obtidos para a dose absorvida máxima na pele do paciente variaram entre 612 e 8.642 mGy, sendo que 53% foram maiores que 2.000 mGy, valores estes que podem causar efeitos determinísticos. Com relação aos médicos, a dose efetiva média por procedimento foi de 11 µSv e os valores médios do equivalente de dose nas extremidades, mais altos, foram: 923 µSv no pé esquerdo, 514 µSv no pé direito, 382 µSv na mão esquerda e 150 µSv no olho esquerdo. Dependendo do número de procedimentos, as doses recebidas pelos médicos podem exceder os valores limites de doses estabelecidos pelas normas nacionais e internacionais. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos sinalizam a necessidade de adoção de estratégias para otimização da proteção radiológica tanto de pacientes quanto de médicos.

  10. Intervenção educacional de enfermagem para redução da hiperfosfatemia em pacientes em hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eniva Miladi Fernandes Stumm

    Full Text Available RESUMO Objetivo: avaliar a efetividade de uma intervenção educacional de enfermagem para redução da hiperfosfatemia em pacientes renais crônicos em hemodiálise. Método: estudo quase experimental realizado com 63 pacientes hiperfosfatêmicos em hemodiálise. A intervenção se constituiu em orientar e disponibilizar um manual impresso e ilustrado aos pacientes, contendo informações sobre o controle da doença. Foi solicitado o preenchimento de um checklist diário, com finalidade recordatória dos aspectos abordados no manual. Os exames laboratoriais e a intensidade do prurido foram analisados no início do estudo, aos 30 e 60 dias após a intervenção educacional. Resultados: a média de idade dos participantes foi 58±13,1 anos e tempo de tratamento de 51,1±44,7 meses. Houve redução dos valores séricos do fósforo de 7,06±1,43 para 5,80±1,53 (p<0,001 e da intensidade do prurido após a intervenção. Conclusão: a Intervenção Educacional de Enfermagem foi efetiva para redução do fosfato e diminuição do prurido nos pacientes hiperfosfatêmicos.

  11. Potenciais interações medicamentosas em pacientes com artrite reumatoide Potential drug interactions in patients with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Bagatini

    2011-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O termo polifarmácia, ou seja, a utilização concomitante de múltiplos fármacos pelo mesmo indivíduo vem sendo amplamente associado a pacientes institucionalizados e idosos, no entanto pode ocorrer em grupos de pacientes portadores de doenças crônicas como artrite reumatoide (AR. OBJETIVO: Quantificar a polifarmácia em um grupo de pacientes com AR e realizar um levantamento sobre o risco de potenciais interações indesejáveis entre os medicamentos utilizados no manejo dessa doença e os fármacos utilizados em enfermidades não crônicas. MÉTODOS: Realizou-se um estudo de coorte com 103 pacientes portadores de AR, atendidos no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica/MS, Florianópolis/SC. Os pacientes foram acompanhados mensalmente, por meio de fichas. As interações medicamentosas foram identificadas pelo Drugdex System - Thomson Micromedex® - Interactions. RESULTADOS: Observou-se a presença de polifarmácia em 95,1% dos pacientes e de 19 potenciais interações indesejáveis entre os medicamentos utilizados por 74 pacientes, em média 3,0 ± 1,2 interações/paciente. Todas as potenciais interações estavam relacionadas a metotrexato. Omeprazol foi o principal representante, correspondendo a 29,3% delas, seguido por diclofenaco sódico (17,6% e dipirona sódica (13,2%. CONCLUSÃO: Considerando que este estudo confirma que a polifarmácia é uma prática comum na terapêutica dos pacientes portadores de AR, deve haver maior vigilância acerca de efeitos adversos ou de redução da efetividade de determinados fármacos devido às suas interações farmacológicasINTRODUCTION: The term polypharmacy, meaning the concomitant use of multiple medications by one individual, has been widely reported in institutionalized or elderly patients. It can, however, occur in patients with chronic diseases, such as rheumatoid arthritis (RA. OBJECTIVE: To quantify polypharmacy in a group of RA patients and to assess the

  12. Alterações retinianas apresentadas em pacientes portadores de hemoglobinopatia falciforme atendidos em um Serviço Universitário de Oftalmologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Guilherme Azevedo de Freitas

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar os principais achados fundoscópicos em pacientes portadores de anemia falciforme encaminhados a um Serviço Oftalmológico de Referência em Goiânia (GO. MÉTODOS: Foram realizados exames oftalmológicos em 50 pacientes (100 olhos portadores de hemoglobinopatia falciforme para observar quais as alterações retinianas mais comuns nesse grupo. RESULTADOS: O tipo de hemoglobinopatia mais encontrado foi o SS, seguido pelas hemoglobinopatias SC, AS e Sthal. Dentro da amostra estudada, 22% apresentaram alterações retinianas. Destes 73% eram do sexo masculino. A alteração retinianas encontradas foram: "sea fan", "black sunburst", hemorragia vítrea e descolamento de retina. Em relação à classificação da retinopatia, 73% apresentaram a forma proliferativa, sendo vista nos tipos AS e SC e 27% apresentaram a forma não-proliferativa da retinopatia, sendo vista nos portadores do tipo SS. CONCLUSÃO: Foi observado elevado número de pacientes com alterações retinianas na amostra estudada, sendo o maior número em portadores da hemoglobinopatia SC, seguido dos grupos AS e SS. As alterações proliferativas foram as mais observadas. Hemorragia vítrea e descolamento de retina foram as manifestações proliferativas de maior prevalência e mostraram ser mais frequente em portadores da hemoglobinopatia SC na população estudada.

  13. Alterações dos hábitos de eliminação intestinal em pacientes hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lieselotte Marianne Harder

    1984-06-01

    Full Text Available O presente trabalho procurou estudar as possíveís alterações dos hábitos de eliminação intestinal, em pacientes hospitalizados nas unidades de Clínica Médica, de três hospitais gerais do Município de São Paulo. Procurou-se verificar os tipos de alterações apresentados e as causas que os pacientes atribuem às modificações ocorridas. A população do estudo constou de 200 pacientes, adultos, ambulantes, de ambos os sexos. Conseguiu-se obter os dados do estudo através de entrevista com aplicação de formulário. Os resultados obtidos, levaram às seguintes conclusões: a maioria dos pacientes entrevistados referiu alterações dos hábitos de eliminação intestinal após a internação hospitalar. As causas apontadas pelos pacientes como responsáveis pelas alterações dos hábitos de eliminação intestinal foram agrupadas em: fisiológicas, psicossociais, terapêuticas e ambientais. As fisiológicas e psicossociais foram as que mais se destacaram. A alimentação foi o fator mais apontado como causa fisiológica. Dos fatores psicossociais foram salientados o nervosismo, a ansiedade e a preocupação. Apenas a variável independente sexo, influenciou nas alterações dos hábitos de eliminação intestinal, na hospitalização, conforme resultado estatístico.

  14. Valor diagnóstico da cintilografia miocárdica em pacientes com doença coronariana multiarterial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eduarda Menezes de Siqueira

    2011-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A cintilografia de perfusão miocárdica (CPM é um método não invasivo extremamente útil na avaliação de isquemia em portadores de doença coronária. Entretanto, persiste o conceito de que não seria um bom método para os portadores de doença coronária multiarterial. OBJETIVO: Avaliar o valor da CPM com gated-SPECT na identificação de isquemia induzida por estresse farmacológico em pacientes com diagnóstico de doença coronária obstrutiva multiarterial. MÉTODOS: Foram incluídos 68 pacientes com diagnóstico de doença coronária obstrutiva multiarterial pela cineangiocoronariografia (cine para realização de CPM sob estímulo farmacológico com dipiridamol. Os exames foram analisados por dois médicos nucleares sem prévio conhecimento do resultado da cine. RESULTADOS: Dos pacientes, 64 (92,8% apresentaram alteração nas imagens de perfusão e 4 (7,2% apresentaram perfusão normal, sendo que, destes, três apresentaram alterações funcionais na análise do gated-SPECT. CONCLUSÃO: A CPM mostrou-se de grande valor na identificação de pacientes portadores de doença coronária multiarterial, já que a maioria dos pacientes apresentou alterações perfusionais sugestivas de isquemia.

  15. Retinocoroidite toxoplásmica em pacientes com AIDS e neurotoxoplasmose Toxoplasmic retinochoroiditis in patients with AIDS and neurotoxoplasmosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jane Mary Alves

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: A neurotoxoplasmose é a alteração do sistema nervoso central mais frequente observada em pacientes com AIDS. A ocorrência de toxoplasmose ocular em neurotoxoplasmose ainda é pouco estudada. O objetivo deste estudo foi de investigar a ocorrência de retinocoroidite toxoplásmica, típica ou provável, em pacientes com AIDS e neurotoxoplasmose. MÉTODOS: Foi desenvolvido estudo prospectivo, tipo série de casos incluindo 70 pacientes, de ambos os sexos, com idade variando de 20 a 63 anos, internados nas enfermarias de três hospitais públicos da cidade do Recife, Pernambuco, com tais diagnósticos firmados segundo os critérios do CDC (1992, no período de janeiro a outubro de 2008. Os pacientes caracterizavam-se por: primeiro episódio de neurotoxoplasmose (65; 92,9% ou recidiva (5; 7,1%; desconhecimento de ter AIDS (23; 32,9%, contagem média de linfócitos T CD4 de 139,8 ± 3,04 células/mm³ e carga viral média igual a 137.080 ± 39.380 cópias/mL. Todos os pacientes foram submetidos a exame oftalmológico, consistindo de: inspeção ocular; aferição da acuidade visual; investigação da função muscular extrínseca ocular e fundoscopia, empregando oftalmoscópio indireto binocular (modelo OHN 3.5 (Eyetec® e lente externa de 20 dioptrias (Volk®. RESULTADOS: Foram diagnosticados 4 (5,7% pacientes com lesões cicatriciais de retinocoroidite, características de toxoplasmose ocular, sendo típica em 3 (75% pacientes e bilateral em 1. Não houve qualquer caso de retinocoroidite ativa, típica ou provável. As lesões oculares ativas foram raras comparadas às lesões cicatriciais, as quais se associam à presença de cistos na retina. CONCLUSÃO: Recomenda-se que mesmo lesões cicatriciais sejam valorizadas em pacientes com AIDS.PURPOSE: Neurotoxoplasmosis is the most common central nervous system disorder in patients with AIDS. The occurrence of ocular toxoplasmosis in neurotoxoplasmosis is not well studied. The objective of

  16. Escore de cálcio na avaliação da aterosclerose em pacientes com HIV/AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verônica Soares Monteiro

    2011-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A terapia antirretroviral aumentou drasticamente a expectativa de vida em pacientes com HIV/AIDS, embora a aterosclerose esteja associada a uma terapia de longo prazo. OBJETIVO: Investigar a prevalência de aterosclerose em pacientes com AIDS submetidos à terapia antirretroviral e a influência de tratamentos de diferentes regimes e durações. MÉTODOS: Pacientes com HIV/AIDS foram abordados durante consultas de rotina. Aqueles que estiveram em terapia antirretroviral por, pelo menos, dois anos tiveram o sangue coletado para análise do perfil lipídico e da glicemia em jejum e foram submetidos à tomografia computadorizada cardíaca para quantificação do escore de cálcio dentro de seis dias, no máximo. A aterosclerose foi definida como escore de cálcio maior que zero (CAC > 0. Fatores de risco tradicionais, síndrome metabólica e o escore de Framingham foram analisados. RESULTADOS: Cinquenta e três pacientes realizaram tomografia computadorizada cardíaca: 50,94% eram do sexo masculino, com idade média de 43,4 anos; 20% tinham hipertensão; 3,77% tinham diabetes; 67,92% tinham hipercolesterolemia; 37,74% tinham hipertrigliceridemia; 47,17% tinham HDL baixo; 24,53% atenderam aos critérios para síndrome metabólica; 96,23% foram classificados no escore de Framingham como "baixo risco"; e 18,87% eram tabagistas. A duração média do tratamento antirretroviral foi de 58,98 meses. A aterosclerose coronária ocorreu em 11 pacientes (20,75%. A duração da terapia antirretroviral não se relacionou à aterosclerose (p = 0,41, e não houve diferenças significativas entre os diferentes esquemas antirretrovirais (p = 0,71. Entre os fatores de risco tradicionais, o tabagismo (OR = 27,20; p = 0,023 e a idade (OR = 20,59; p = 0,033 foram significativos na presença de aterosclerose. Havia tendência para uma associação positiva da aterosclerose com a hipercolesterolemia (OR = 8,30; p = 0,0668. CONCLUSÃO: Os fatores associados

  17. Estudo clínico e padrão de herança em pacientes com retinose pigmentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Cotta de Queiroz

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar análise epidemiológica de pacientes com retinose pigmentar (RP, caracterizando aspectos clínicos da doença e o padrão de herança encontrado em nosso meio, de acordo com a presença ou não de síndrome de Usher. MÉTODOS: Foram estudados 155 pacientes com RP, tendo sido a amostra dividida em 2 grupos: grupo 1 (n=130, com pacientes diagnosticados com RP clássica, sem associação com alterações sistêmicas; e grupo 2 (n=25, com pacientes diagnosticados com Síndrome de Usher (USH. Foram caracterizados aspectos clínicos da doença (sexo, idade, sintomas oculares, acuidade visual, alterações do segmento anterior e posterior e alterações em exames complementares e o padrão de herança encontrado. Os dados foram obtidos através de anamnese, exame oftalmológico completo e exames subsidiários (campo visual manual, eletrorretinograma, retinografia simples e fluorescente, no período de fevereiro de 2003 a dezembro de 2009. Foi utilizado o programa SPSS versão 13.0 para análise dos dados estatísticos. RESULTADOS: A herança autossômica recessiva foi a forma mais comumente encontrada (76,2% no grupo 1, mas em proporção maior do que a de outros trabalhos da literatura. Um menor número de casos com padrão recessivo ligado ao X (1,5% também foi notado no grupo 1. Não houve diferença estatisticamente significante entre as características clínicas entre os dois grupos. CONCLUSÃO: O padrão de herança encontrado nos pacientes com RP clássica foi similar ao encontrado em outros trabalhos. As características clínicas foram semelhantes nos dois grupos estudados.

  18. Tratamento hemodialítico sob a ótica do doente renal: estudo clínico qualitativo Tratamiento con la hemodiálisis según la óptica del paciente renal: estudio clínico cualitativo Hemodialysis treatment as perceived by the renal pateient: clinical qualitative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudinei José Gomes Campos

    2010-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi analisar o significado atribuído pelo doente renal crônico ao tratamento de hemodiálise ao qual se submete. Utilizando o método clínico-qualitativo, realizamos entrevistas, com um roteiro semi-estruturado, com sete pacientes de uma unidade de hemodiálise, escolhidos por amostragem intencional. Os dados foram tratados através de análise de conteúdo temática. A sobrevivência surgiu como significação maior para o tratamento e a obrigatoriedade deste colocou o paciente frente a uma situação de transferência implícita de responsabilidades na tomada de decisões quanto à terapêutica adotada para a equipe de saúde, criando acomodação ou conformismo na sua própria participação neste processo. Os pacientes atribuíram à cultura, o desconhecimento sobre o tratamento.El objetivo de este trabajo fue analizar el significado atribuído por el enfermo renal al tratamiento de hemodiálisis al cual se somete. Utilizando el método clinico cualitativo, realicé entrevistas semi-estructuradas com siete pacientes de uma unidad de hemodiálisis, escogidos por muestreo intencional. Los datos fueran tratados a través de análisis de contenido temático. La sobrevivência surgió como la principal motivación para el tratamento. La obrigatoriedad del tratamiento, puso al pacientes frente a uma situación de transferência implícita de responsabilidades para tomar las decisiones em relación a la terapêutica adoptada, hacia el equipo de salud, creando um sentimiento de acomodación o conformismo de su própria participación frente al proceso. Los pacientes atribuyeron a la cultura, la falta de conocimiento sobre el tratamiento.The objective of this paper was to analyze the meaning attributed by renal patients to the hemodialysis treatment received. Using the clinical - qualitative method interviews were conducted, following a semi-structured questionnaire with seven patients from a hemodialysis unit, selected

  19. Uso do ultra-som para punção venosa central em paciente obeso com adenomegalia cervical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaderson Wollmeister

    2008-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATICA E OBJETIVOS: As técnicas clássicas para punção venosa central são realizadas com base em referências anatômicas de superfície e conhecimento da anatomia vascular da região em que se realizará a punção. O uso do ultra-som permite a realização da punção sob visão direta das estruturas vasculares, peri-vasculares e da agulha de punção. O objetivo deste relato foi descrever o uso do ultra-som no auxílio de acesso venoso central em paciente obeso e com adenomegalias. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, branco, 28 anos, 1,70 m, 120 kg, com diagnóstico de linfoma de Hodgkin esclerose nodular. Solicitado ao Serviço de Anestesiologia do Hospital Governador Celso Ramos, punção de veia jugular interna direita guiada por ultra-som devido à presença de gânglio supraclavicular que prejudicava a referência anatômica de punção e à obesidade do paciente. Após a obtenção da melhor imagem a veia jugular interna esquerda foi puncionada e colocado um cateter venoso de triplo lúmen. A punção foi única, com progressão fácil do cateter e realizada sem complicações. CONCLUSÕES: O uso da ultra-sonografia para punção venosa central pode evitar complicações tornando o procedimento mais seguro para o paciente.

  20. Incidência de infecções por enterobactérias resistentes a carbapenêmicos em pacientes previamente colonizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Lüttjohann Rodrigues

    2015-09-01

    Full Text Available Introdução: Nos últimos anos, a incidência mundial de enterobactérias resistentes a carbapenêmicos (ERC tem aumentado. A disseminação de ERC é preocupante considerando as limitações terapêuticas e a alta mortalidade de infecções causadas por essas bactérias. O objetivo deste estudo foi determinar a incidência de infecções por ERC em pacientes previamente colonizados. Métodos: Estudo de coorte, retrospectivo, realizado em hospital universitário de Porto Alegre, no período de janeiro a dezembro de 2014. Foram incluídos todos os pacientes com coleta de swab retal para pesquisa de ERC. Foram considerados infectados pacientes com isolado de ERC em amostra clínica que apresentaram swab retal prévio positivo para a mesma espécie. A mortalidade bruta foi analisada em 30 dias após o isolamento de ERC. Resultados: Foram coletados 2.733 swabs retais, sendo 78 (2,85% destes positivos para ERC (pacientes colonizados. Um total de 33% (26/78 dos pacientes colonizados também apresentaram ERC em amostra clínica. O tempo médio entre o isolamento de ERC em swab (colonização e em material clínico (infecção foi de 14,9 dias (± 13,6. A maior parte das amostras clínicas positivas para ERC foi em urina (46,1%; 12/26. A mortalidade foi de 61% (16/26 nos pacientes colonizados e com infecção versus 46% (24/52 nos pacientes colonizados que não desenvolveram infecção. Conclusão: Nossos dados demonstram que 1/3 de pacientes colonizados desenvolveram infecção por ERC. Foi possível observar uma mortalidade maior em pacientes infectados em relação a pacientes apenas colonizados por ERC.

  1. Hearing loss in patients with diabetes mellitus Perdas auditivas em pacientes portadores de diabetes melito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Hernandes Diniz

    2009-08-01

    Full Text Available The relationship between diabetes mellitus and hearing loss is described as 'controversial' in the literature, given that in the clinical realm many patients present dysacusis while others do not. AIM: this study aims to investigate the relationship between hearing loss and diabetes mellitus and add to the knowledge being developed in this area. STUDY DESIGN: cross-sectional clinical trial. MATERIALS AND METHOD: in our study we analyzed the medical charts of 50 adult patients of both genders, aged above 45 years, and diagnosed with diabetes mellitus, seen in our institution in 2006 and 2007, and compared them to the charts of 50 metabolic disease-free individuals. RESULTS: this study found statistically significant worse audiometric thresholds among patients with diabetes mellitus when compared to patients in the control group. CONCLUSION: the results identified in this study point to a correlation between hearing loss and diabetes mellitus. This possibility should therefore be further investigated by health care workers providing care to patients with diabetes mellitus, in the form of closer follow-up on the auditory health of this patient group.A literatura especializada descreve que a relação causa e efeito entre diabetes melito e perda auditiva é bastante controversa, visto que, na prática clínica, muitos pacientes apresentam disacusia e outros não. OBJETIVO: Investigar a relação entre perda auditiva e diabetes melito, a fim de contribuir para resultados mais precisos sobre o assunto em pauta. FORMA DE ESTUDO: Estudo clínico com coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: No presente estudo foram analisados os prontuários de 50 indivíduos adultos atendidos nos anos de 2006 e 2007, de ambos os sexos, com idade superior a 45 anos, portadores do diabetes melito, e 50 prontuários de indivíduos que não apresentaram doenças metabólicas. RESULTADOS: A presente pesquisa identificou uma piora dos limiares audiométricos dos pacientes com

  2. Dermatoses em renais cronicos em terapia dialitica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Alberto Batista Peres

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: As desordens cutâneas e das mucosas são comuns em pacientes em hemodiálise a longo prazo. A diálise prolonga a expectativa de vida, dando tempo para a manifestação destas anormalidades. Os objetivos deste estudo foram avaliar a prevalência de problemas dermatológicos em pacientes com doença renal crônica (DRC em hemodiálise. Métodos: Cento e quarenta e cinco pacientes com doença renal crônica em hemodiálise foram estudados. Todos os pacientes foram completamente analisados para as alterações cutâneas, de cabelos, mucosas e unhas por um único examinador e foram coletados dados de exames laboratoriais. Os dados foram armazenados em um banco de dados do Microsolft Excel e analisados por estatística descritiva. As variáveis contínuas foram comparadas pelo teste t de Student e as variáveis categóricas utilizando o teste do qui-quadrado ou o teste Exato de Fischer, conforme adequado. Resultados: O estudo incluiu 145 pacientes, com idade média de 53,6 ± 14,7 anos, predominantemente do sexo masculino (64,1% e caucasianos (90,0%. O tempo médio de diálise foi de 43,3 ± 42,3 meses. As principais doenças subjacentes foram: hipertensão arterial em 33,8%, diabetes mellitus em 29,6% e glomerulonefrite crônica em 13,1%. As principais manifestações dermatológicas observadas foram: xerose em 109 (75,2%, equimose em 87 (60,0%, prurido em 78 (53,8% e lentigo em 33 (22,8% pacientes. Conclusão: O nosso estudo mostrou a presença de mais do que uma dermatose por paciente. As alterações cutâneas são frequentes em pacientes em diálise. Mais estudos são necessários para melhor caracterização e manejo destas dermatoses.

  3. Relación del estado de salud bucal y condiciones socioeconómicas en el paciente con enfermedad renal crónica en tratamiento

    OpenAIRE

    Navia Jutchenko, María Fernanda; Muñoz López, Eliana Elisa; López Soto, Olga Patricia

    2013-01-01

    Objetivo Caracterizar la salud bucal en pacientes tratados con diferentes tipos de diálisis o con trasplante renal.Materiales y Método Este trabajo descriptivo consideró 336 pacientes, el 49 % recibía hemodiálisis, 34 % diálisis peritoneal, 7 % prediálisis y 10 % trasplante renal. La información fue tomada de una base de datos inicial que en este artículo aplicó un análisis multivariado. Las variables ilustrativas fueron edad, género, estado civil, ocupación, educación, índice de higiene oral...

  4. Calcificaciones metastásicas en un paciente con insuficiencia renal crónica en diálisis peritoneal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magali Rodríguez Vidal

    2013-09-01

    Full Text Available La enfermedad renal crónica implica un proceso irreversible en la reducción del funcionamiento del tejido renal por lo que la ha llevado a ser un problema de carácter epidémico, donde las complicaciones son devastadoras para la calidad de vida en el paciente, dentro de éstas destacan las calcificaciones metastásicas que se producen por la retención de fósforo, disminución de los niveles de calcio y aumento de la paratohormona. El tratamiento mas adecuado es la paratiroidectomia subtotal con autoimplante, donde la sintomatología y la progresión de las alteraciones del metabolismo mineral se reduce y mejora el estado general del paciente. Se presenta un caso clínico de una paciente en diálisis peritoneal, con diagnóstico de calcificación metastásica abdominal, a la cual se le realiza una paratiroidectomia - subtotal con autoimplante, donde se observó una buena respuesta con disminución de la calcificación en forma progresiva. Al evaluar el caso clínico proponemos como enfermeras especialistas en el cuidado del paciente renal, establecer en los centros de diálisis un control semestral por enfermera, independiente de las sesiones de diálisis, donde podamos pesquisar con mayor privacidad y autonomía, las necesidades particulares de cada uno de estos pacientes contribuyendo precozmente a una mejor adherencia al tratamiento y retardo progresivo de las complicaciones propias de esta enfermedad.

  5. Alterações histopatológicas pulmonares em pacientes com insuficiência respiratória aguda: um estudo em autopsias Pulmonary histopathological alterations in patients with acute respiratory failure: an autopsy study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre de Matos Soeiro

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Apresentar alterações histopatológicas pulmonares encontradas em autopsias de pacientes falecidos por insuficiência respiratória aguda (IRA e verificar se doenças de base e específicos fatores de risco associados aumentam a incidência dessas alterações. MÉTODOS: Foram revisados laudos finais de autopsias e selecionadas 3.030 autopsias de pacientes > 1 ano de idade, com infiltrado pulmonar radiológico, portadores de doença de base e fatores de risco associados, que morreram por alterações pulmonares decorrentes de IRA. RESULTADOS: As principais alterações histopatológicas pulmonares causadoras de morte imediata foram: dano alveolar difuso (DAD; edema pulmonar; pneumonia intersticial linfocítica (PIL e hemorragia alveolar. As principais doenças de base encontradas foram: AIDS; broncopneumonia; sepse; cirrose hepática; tromboembolismo pulmonar; infarto agudo do miocárdio (IAM; acidente vascular cerebral; tuberculose; câncer; insuficiência renal crônica e leucemia. Os principais fatores de risco associados foram: idade > 50 anos; hipertensão arterial; insuficiência cardíaca congestiva; doença pulmonar obstrutiva crônica e diabetes mellitus. Pacientes com esses fatores de risco e AIDS apresentaram alta probabilidade de desenvolver PIL; pacientes com esses mesmos fatores, de desenvolver DAD, se portadores de sepse ou cirrose hepática; pacientes com tromboembolismo e os mesmos fatores de risco, de desenvolver hemorragia alveolar; pacientes com esses fatores de risco e IAM, de desenvolver edema pulmonar. CONCLUSÕES: Os achados pulmonares em pacientes com óbito por IRA apresentaram quatro padrões histopatológicos: DAD, edema pulmonar, PIL e hemorragia alveolar. Doenças de base e específicos fatores de risco associados correlacionaram-se positivamente com determinados padrões histopatológicos detectados à autópsia.OBJECTIVE: To present the pulmonary histopathological alterations found in the autopsies of

  6. Significados e práticas da espiritualidade no contexto dos cuidados paliativos em pacientes oncológicos adultos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denis Iaros Silva da Silva

    2011-10-01

    Full Text Available Objetivou-se conhecer os significados e práticas da espiritualidade para os pacientes oncológicos adultos, enfermeiros e família no contexto dos cuidados paliativos. Elaborou-se uma revisão integrativa nas bases de dados CINAHL, SciELO, LILACS e MEDLINE, com os descritores palliative care, spirituality e nursing, no período de novembro de 2007 a novembro de 2009. A amostra constituiu-se de 11 artigos. Dentre os significados que se destacaram, para os pacientes e enfermeiros evidenciou-se fonte de conforto e para a família fonte de cura e manutenção da saúde. Dentre as práticas evidenciadas encontram-se, para os pacientes, ir a igreja, para os enfermeiros, estar presente e, para a família, exercício da caridade. Diferentes significados e práticas reveladas neste estudo evidenciam uma gama de possibilidades que poderão ser aplicadas na prática clínica. Conclui-se que a espiritualidade pode ajudar pacientes, familiares, enfermeiros e demais profissionais a enfrentarem melhor as situações de iminência de fim da vida ou mesmo a morte em si.

  7. Metabolismo mineral óseo en pacientes con enfermedad renal crónica: Revisión sobre su fisiopatología y morbimortalidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeanette Bernuy

    Full Text Available La enfermedad mineral ósea (EMO es un término amplio que incluye a las alteraciones séricas del calcio, fósforo, vitamina D, paratohormona, anormalidades en el crecimiento, mineralización ósea y/o a las calcificaciones extraesqueléticas que acompañan al paciente con enfermedad renal crónica (ERC. Está presente en casi la totalidad de pacientes en diálisis y con el trasplante renal puede no siempre mejorar. Se han identificado nuevos factores y hormonas; como klotho y factor de crecimiento de fibroblastos-23 (FGF-23 que interactúan con la vitamina D y con la paratohormona en el manejo renal del calcio y fósforo. Ciertos reportes indican que son marcadores precoces del desarrollo de EMO, incluso cuando la función renal está levemente disminuida y los niveles de paratohormona son normales. La EMO ha sido asociada con mayor mortalidad, principalmente por su vinculación con la calcificación vascular. Este proceso conlleva a un incremento de eventos cardiovasculares que constituyen la principal causa de morbimortalidad en pacientes con ERC, sobre todo aquellos que se encuentran en diálisis, independientemente de la modalidad que los pacientes sigan. La forma de presentación de la EMO puede ser de alto o bajo recambio. Aunque no está completamente definido qué es lo que determina que se exprese una en particular, se ha encontrado que la enfermedad de bajo recambio se relaciona con malnutrición, uso inadecuado de calcitriol y diálisis ineficiente. El conocimiento de la EMO es relevante por su asociación con las complicaciones mencionadas y porque constituye un parámetro para evaluar la terapia instalada

  8. Ensino odontológico para pacientes especiais e gestão em saúde.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Spezzia

    2017-08-01

    Full Text Available As pessoas com necessidades especiais constituem uma população heterogênea portadora de grande variedade de deficiências físicas, mentais, neurológicas ou sociais. Sob o ponto de vista odontológico são aqueles indivíduos que necessitam de cuidados especiais por tempo indeterminado ou por parte de sua vida. São todos aqueles que apresentam condições debilitantes, que acarretam uma atenção maior por parte do cirurgião dentista. Muito se questiona sobre a forma adequada de manejo destes indivíduos e poucos são os profissionais interessados em suprir as suas carências odontológicas. O objetivo deste artigo foi verificar como procede a ministração da disciplina de pacientes especiais nos cursos de graduação em Odontologia e averiguar como estão sendo feitas as adequações no Sistema Único de Saúde (SUS, no intuito de viabilizar os atendimentos odontológicos prestados a esse público de pacientes através de capacitação profissional. Medida posta em prática para resolução dos problemas de insuficiência profissional no atendimento dos pacientes especiais pelos cirurgiões dentistas, foi a de promover a Capacitação de Profissionais da Odontologia Brasileira Vinculados ao SUS para a Atenção e o Cuidado da Saúde Bucal da Pessoa com Deficiência. Concluiu-se que o aprimoramento das grades curriculares dos cursos de graduação em Odontologia, no que tange a oferta da disciplina de pacientes especiais possui condições de propiciar meios para cobertura da demanda por atendimentos, ao mesmo tempo que pode possibilitar menores gastos e custos públicos voltados para capacitação dos cirurgiões dentistas atuantes em unidades assistenciais públicas, viabilizando a gestão pública em saúde realizada no SUS com menores esforços.

  9. Estudo da morbimortalidade em pacientes com trauma pancreático Morbimortality in patients with pancreatic trauma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olival Cirilo Lucena da Fonseca Neto

    2007-03-01

    Full Text Available RACIONAL: A lesão pancreática é pouco freqüente após traumas abdominais fechados ou penetrantes, e tem sido relatada entre 0,2 a 12% dos traumas abdominais fechados graves e em cinco a 7% dos traumas penetrantes. A maioria das lesões pancreáticas ocorre em homens jovens e está associada a alta incidência de lesões a órgãos adjacentes e estruturas vasculares importantes. OBJETIVO: Avaliar a morbimortalidade dos pacientes com trauma pancreático, o manuseio aplicado a esses pacientes e sua evolução. MÉTODOS: Estudo prospectivo realizado em pacientes admitidos em unidade de trauma. Treze adultos (> 13 anos foram estratificados em graves e não-graves de acordo com critérios clínicos no momento da identificação do início do quadro e de acordo com os critérios de Baltazar (A, B, C, D e E. O tipo de trauma externo (aberto ou fechado, a classificação do trauma pancreático, números de órgãos acometidos pelo trauma, número de reoperações, o tipo de suporte nutricional e o tempo de permanência hospitalar também foram analisados. A presença de síndrome compartimental abdominal e a necessidade de fechamento temporário foram estudados e comparados com a morbimortalidade nos pacientes. RESULTADOS: Todos os pacientes eram do sexo masculino com a idade média de 28,6 anos (13 a 60 anos e apresentaram pancreatite traumática no pós-operatório. Em sete, o ferimento era penetrante por projétil de arma de fogo; em três, abdominal fechado; em dois, por arma branca; em um, grande queimado (> 50% da área corporal. Quanto à classificação do trauma, os graus I e II ocorreram em 38,46; o grau III,15,38 % e o grau IV, 7,7 % . Foram realizadas drenagens da loja pancreática, hemostasia da lesão e pancreatectomia distal com esplenectomia associado à drenagem cavitária Foram classificados como não-grave, oito pacientes. Dentro dos critérios de Baltazar a predominância foi o grau D e C (quatro pacientes, cada. Não houve grau A

  10. Estudo das interações medicamentosas em prescrições de pacientes de uma Clínica-Escola de Fisioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Charles POPETS

    2016-03-01

    Full Text Available Pacientes portadores de doenças crônicas são, em sua maioria, usuários de uma grande quantidade de medicamentos, o que configura polifarmacoterapia. Estes indivíduos apresentam maior possibilidade de sofrerem efeitos nocivos das interações medicamentosas e isso foi tem sido observado em pacientes de uma Clínica-Escola de Fisioterapia no município de Sorocaba. O objetivo desse trabalho foi investigar evidências de interação medicamentosa em prescrições médicas de pacientes da Clínica Escola de Fisioterapia. Foram analisadas as prescrições médicas dos pacientes da área de Neurologia e ortopedia em tratamento de fisioterapia. Os resultados obtidos foram de uma grande variedade de medicamentos em uso por esses pacientes, apresentando de uma até 14 interações entre os medicamentos utilizados. Os fármacos mais utilizados foram na área de cardiologia, com elevada predominância de associações de losartana e hidroclorotiazida, estando presentes em 28,57% das prescrições analisadas. A hipertensão, em conjunto com o diabetes, causa a piora da saúde, aumentando a necessidade de medicamentos a serem usados nestes pacientes. Com base nos resultados foi possível concluir que as principais interações apresentadas nas prescrições dos pacientes da Clínica-Escola de Fisioterapia, no município de Sorocaba, SP, ocorreram entre as classes de anti-hipertensivos, anti-inflamatórios não-esteroidais e hipoglicemiantes, ratificando a necessidade do profissional farmacêutico na avaliação das prescrições, visando o uso racional de medicamentos.

  11. QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES ONCOLÓGICOS: UM ESTUDO BASEADO EM EVIDÊNCIAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jhuly Amado Souza

    2013-04-01

    Full Text Available O cancer e uma enfermidade cronica e multicausal caracterizado pelo descontrolado crescimento celular. A terapia oncologica (quimioterapia e radioterapia pode induzir anorexia, fadiga,nauseas, vomitos, diarreia, dentre outros, que afetam o estado nutricional dos pacientes.   Objetivo: Investigar na literatura a qualidade de vida de pacientes oncologicos.

  12. Úlcera por pressão em pacientes submetidos à cirurgia: incidência e fatores associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Cristina Scarlatti

    2011-12-01

    Full Text Available As úlceras por pressão constituem um dos principais indicadores da qualidade do cuidado na assistência perioperatória. Este é um estudo longitudinal, do tipo série de casos, com o objetivo de estimar a incidência de úlceras por pressão em pacientes submetidos a cirurgias de médio e grande portes; classificá-las segundo estágio e localização, verificar a associação das variáveis sexo, idade, índice de massa corpórea, comorbidades, posição cirúrgica, tempo cirúrgico, anestesia e uso de dispositivos de posicionamento com a presença ou ausência de úlceras por pressão. Os dados foram coletados em 2007, em São Paulo, com 199 pacientes, dos quais 20,6% apresentaram úlceras por pressão, 98,6% nos estágios I e II, com localização predominante no tronco frontal (35,1%. As variáveis: posição, tempo cirúrgico, anestesia geral e uso de dispositivos apresentaram associação estatística significativa. Concluiu-se que a incidência de úlceras por pressão em pacientes cirúrgicos é elevada, demandando ações que visem à redução desse tipo de lesão.

  13. Entrevista motivacional no suporte social de cuidadores de pacientes com câncer de mama em quimioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Monique Lopes Mourão

    2017-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar os efeitos da entrevista motivacional para mudança de comportamento de suporte social junto a cuidadores de pacientes com câncer de mama em quimioterapia. Método: Estudo quase experimental, realizado com mulheres em quimioterapia para câncer de mama e com os cuidadores das respectivas mulheres entrevistadas. A intervenção foi a Entrevista Motivacional Breve, aplicada aos cuidadores indicados pelas pacientes em quatro sessões individuais, com intervalos semanais e duração de 30 minutos cada. O comportamento de suporte social foi avaliado pelas mulheres antes e depois da intervenção pela Escala de Suporte Social. Resultados: Participaram do estudo 18 mulheres e 18 cuidadores. O suporte social das mulheres se mostrou elevado tanto para a dimensão emocional quanto para a instrumental da Escala de Suporte Social, após intervenção utilizada com os cuidadores pela Entrevista Motivacional Breve. Os achados contribuem para a prática clínica de diversas categorias profissionais, na utilização de estratégias de intervenção de baixo custo para melhoria da qualidade de vida durante e após o tratamento de mulheres com câncer de mama. Conclusão: A intervenção utilizada promoveu de forma positiva a mudança comportamental, melhorando o suporte social prestado pelos cuidadores às pacientes com câncer de mama e em realização de quimioterapia.

  14. NEFRECTOMIA UNILATERAL EM CADELA PARASITADA POR Dioctophyma renale : RELATO DE CASO

    OpenAIRE

    Hermeto, Larissa; Mauad, Juliana Rosa Carrijo; Universidade Federal da Grande Dourados; Mattei, Douglas Rodrigo; Faculdade Anhanguera de Dourados; Ferrarezi, Ana Paula Ferreira; Faculdade Anhanguera de Dourados; Ventura, Arlene Sobrinho; Faculdade Anhanguera de Dourados

    2012-01-01

    O dioctophyma renale, conhecido como verme gigante renal é um nematóide de ocorrência mundialque parasita os rins, podendo ser encontrado na cavidade peritoneal e em outros órgãos do cão, e em outras espéciesde animais domésticos e silvestres, inclusive o homem. Foi atendida uma cadela sem raça definida, apresentandosecreção vaginal sanguinolenta persistente, neoformação vaginal, hiporexia e hematúria. Foram solicitados examescomplementares, e através da ultrassonografia abdominal foi detecta...

  15. Estudo das vias biliares extrahepáticas em pacientes portadores de "megas" chagásieos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Donald Huggins

    1972-06-01

    Full Text Available Em 22 pacientes internados no Hospital das Clinicas da F. M. U. F. Pe e portadores de "megas" chagásicos. cuja etiologia foi comprovada através de pesquisas epidemiológicas, clínicas e laboratoriais, realizamos a colecisto-colangiografia intravenosa. Verificamos em 21 enfermos a vesícula e o colédoco com topografia, morfologia e dmãmica normais. Em apenas um doente encontramos a vesícula bastante aumentada de volume e o coledoco de calibre dilatado, sem imagem de cálculo no seu interior. O tempo de esvaziamento colédoco-duodeno muito prolongado, sugeriu alterações motoras.

  16. Anomalias dentárias de número em pacientes ortodônticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Ferreira Torres

    Full Text Available ResumoIntroduçãoA prevalência e a distribuição das anomalias dentárias de número variam de acordo com a população estudada.ObjetivoDeterminar a prevalência de anomalias dentárias de número, verificando-se a frequência com relação a gênero, localização e dentes mais acometidos.MétodoForam avaliadas 1.054 radiografias panorâmicas de pacientes com idade entre 5 e 30 anos, realizadas no período de janeiro a março de 2010, em uma clínica particular de diagnóstico por imagem de Teresina-PI. Foram registrados dados relativos a gênero, idade, presença ou ausência de anomalia, dente acometido e localização. Foram realizados os testes estatísticos Qui-quadrado de Pearson e Teste Binominal, para duas proporções.ResultadoA hipodontia, com prevalência de 4,9%, foi encontrada com mais frequência na maxila, não apresentando diferença entre os lados e os gêneros. Os dentes mais ausentes foram: incisivos laterais superiores e segundo pré-molar inferior. Em relação à hiperdontia, com prevalência de 4,0%, não foram observadas diferenças entre gêneros, lados e maxilares. As regiões com maior presença de supranumerários foram: distal dos terceiros molares e entre pré-molares inferiores.ConclusãoFoi observada prevalência de hipodontia de 4,9%, sendo mais comum na maxila, e de hiperdontia de 4%, não apresentando diferença entre maxilares, lados e gêneros.

  17. Prevalência de doenças crônicas em pacientes geriátricos

    OpenAIRE

    Pinelli, Lígia Antunes Pereira et al.

    2005-01-01

    Introdução: O conhecimento do paciente geriátrico como um todo e não somente de sua boca é de extrema importância. Noções de patofisiologia, das condições crônicas que acometem esses pacientes e da farmacologia das drogas utilizadas serão úteis ao profissional do futuro, isso porque o número de idosos vem crescendo em todo o mundo, mostrando um aumento na demanda odontológica dessa parcela da população. Objetivo: o objetivo deste trabalho foi avaliar as doenças crônicas que mais acometem os i...

  18. Avaliação da resposta imune celular em pacientes com candidíase recorrente

    OpenAIRE

    Carvalho,Lucas P.; Bacellar,Olívia; Neves,Nilma A.; Carvalho,Edgar M.; Jesus,Amélia R. de

    2003-01-01

    A candidíase recorrente cutânea ou mucosa é caracterizada pela ocorrência de, no mínimo, 4 episódios de candidíase no período de um ano. Não são conhecidos os fatores que levam à recorrência desta infecção. O presente estudo avaliou a resposta linfoproliferativa e a produção de IFN-g de pacientes com candidíase recorrente. Os índices de estimulação da resposta linfoproliferativa em culturas de células de pacientes com candidíase recorrente estimuladas com antígeno de Candida albicans, PPD e T...

  19. Avaliação da resposta imune celular em pacientes com candidíase recorrente

    OpenAIRE

    Carvalho, Lucas Pedreira de; Bacellar, Maria Olívia Amado Ramos; Neves, Nilma Antas; Carvalho Filho, Edgar Marcelino de; Jesus, Amélia R. de

    2003-01-01

    p. 571-576 A candidíase recorrente cutânea ou mucosa é caracterizada pela ocorrência de, no mínimo, 4 episódios de candidíase no período de um ano. Não são conhecidos os fatores que levam à recorrência desta infecção. O presente estudo avaliou a resposta linfoproliferativa e a produção de IFN-g de pacientes com candidíase recorrente. Os índices de estimulação da resposta linfoproliferativa em culturas de células de pacientes com candidíase recorrente estimuladas com antígeno de Candida alb...

  20. Automutilação de dedos e lábio em paciente esquizofrênico

    OpenAIRE

    Diniz,Breno Satler de Oliveira; Krelling,Renata

    2006-01-01

    CONTEXTO: Episódios de automutilação grave são raramente observados na prática psiquiá­trica. Ocorrem principalmente em pacientes psicóticos, sendo o principal diagnóstico a esquizofrenia. As regiões mais comumente automutiladas são o pênis e os olhos. RELATO DE CASO: Relatamos o caso de um paciente portador de esquizofrenia paranóide que desenvolveu quadro de auto-amputação de lábios e falanges secundário a alucinações auditivas de comando e delírios místico-religiosos. CONCLUSÃO: Episódios ...

  1. Oclusão da artéria central da retina em paciente com poliangeíte microscópica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Gallicchio Domingues

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO A poliangeíte microscópica é uma vasculite necrotizante sistêmica que acomete arteríolas, capilares e vênulas, mas também pode atingir pequenas e médias artérias. É considerada uma doença rara, idiopática e autoimune. Diversas anormalidades oculares e sistêmicas estão associadas às oclusões arteriais retinianas. Dentre as doenças vasculares do colágeno, a literatura cita como possíveis causas de obstrução das artérias retinianas o lúpus eritematoso sistêmico, a poliarterite nodosa, a arterite de células gigantes, a granulomatose de Wegener e a granulomatose linfóide de Liebow. Até o presente momento, não se encontrou na literatura relatos da associação de casos de oclusão arterial retinana associados à PAM. Os autores relatam o caso de um paciente com poliangeíte microscópica que apresentou comprometimento renal importante e oclusão da artéria central da retina unilateral. Atenta-se para a inclusão de pesquisa da PAM, através do p-ANCA, na avaliação de possível origem sistêmica em pacientes acometidos por oclusão arterial retiniana.

  2. Análisis del nivel de alfabetización en salud, en pacientes con insuficiencia renal crónica en hemodiálisis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Pelayo Alonso

    Full Text Available Resumen Introducción: La alfabetización en salud tiene un impacto significativo sobre la salud individual, más aún en pacientes de edad avanzada, enfermos crónicos o pacientes polimedicados, características que están presentes en el paciente en tratamiento con hemodiálisis. Un bajo nivel de alfabetización en salud se asocia peores resultados en salud. Objetivo: Valorar el nivel de alfabetización en salud en pacientes con insuficiencia renal crónica en tratamiento con hemodiálisis y compararla con la población general y otra patología crónica (insuficiencia cardíaca. Material y Método: Estudio descriptivo prospectivo en 37 pacientes sometidos a hemodiálisis crónica. Para valorar el nivel de alfabetización en salud se utilizó el cuestionario Health Literacy Survey-European Union (HLS-EU-Q. Resultados: El promedio del índice general de alfabetización fue de 26,4±7,32 puntos. Más del 83% de la muestra presentó un nivel de alfabetización inadecuado o problemático. Nuestra población presentó peores niveles de alfabetización comparados con pacientes con insuficiencia cardiaca (inadecuado o problemático 83,8% vs 79,6%, p: NS y con la población general (inadecuado o problemático 88,8% vs 58,3%, p<0,002. Conclusiones: Los datos conseguidos reflejan un nivel de alfabetización problemática o inadecuada, lo que indica que los pacientes a los que atendemos tienen dificultades para interpretar y aplicar los mensajes educativos de los profesionales sanitarios.

  3. Espiritualidade no paciente em diálise: o nefrologista deve abordar? Spirituality for dialysis patients: should the nephrologist address?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giancarlo Lucchetti

    2010-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os trabalhos que tratam da relação entre espiritualidade e saúde têm se disseminado pelas publicações internacionais, mostrando associações entre menores níveis de depressão e ansiedade, melhor qualidade de vida, menor número de internações e mortalidade. OBJETIVOS: Avaliar a relação da espiritualidade, religiosidade e saúde em pacientes em diálise. MÉTODOS: Por meio de consulta nos bancos do SciELO, LILACS, Medline e PsycINFO foi feita revisão de literatura. Foram selecionados e discutidos os artigos que discutiam a relação entre espiritualidade e saúde em pacientes dialíticos. RESULTADOS: Os estudos que abordam o tema demonstram uma relação entre maior espiritualidade e maior religiosidade com melhor qualidade de vida, menor prevalência de depressão, maior suporte social, mais satisfação com a vida e mais satisfação com o tratamento médico provido pelo nefrologista. Da mesma forma, verificou-se que pacientes dialíticos que possuíam menor espiritualidade solicitavam mais tratamentos para estímulo de vida (intubação orotraqueal, por exemplo e que a espiritualidade foi fator de enfrentamento (coping para os familiares dos pacientes em diálise. Na literatura consultada, não foi encontrada associação entre espiritualidade e qualidade do sono, aderência aos medicamentos e mortalidade. CONCLUSÃO: A espiritualidade e a religiosidade possuem um papel importante para o paciente em diálise. Mostra-se relacionada com pontos importantes na própria relação médico-paciente, na qualidade de vida e enfrentamento à doença, devendo ser considerada pelos profissionais que assistem a esse tipo de paciente.INTRODUCTION: Studies on the relationship between spirituality and health are increasingly common in the international literature, showing the association of spirituality with lower levels of depression and anxiety, better quality of life, and lower hospitalization and mortality rates. OBJECTIVES: To

  4. Calidad de vida y estrategias de afrontamiento en pacientes con insuficiencia renal crónica sometidos a hemodiálisis, diálisis peritoneal o trasplante renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paola Andrea Acosta Hernández

    2008-01-01

    Full Text Available Se comparó la calidad de vida y las estrategias de afrontamiento en 120 pacientes con Insuficiencia Renal Crónica sometidos a hemodiálisis, diálisis peritoneal o trasplante renal, teniendo en cuenta la edad, sexo, escolaridad, estado civil y ocupación. Los instrumentos utilizados fueron una ficha sociodemográfica, la prueba de calidad de vida WHOQOL-100 (Organización Mundial de la Salud, 1998 y el Cuestionario de Estrategias de Afrontamiento (Lazarus & Folkman, 1985. Se encontró que los pacientes en tratamiento de trasplante reportaban mayor calidad de vida y mejores estrategias de afrontamiento en comparación con los otros tratamientos, siendo mayoreslas puntuaciones en personas con edad de transición entre adultez media y tardía, mujeres, con estudios universitarios, casados y empleados. Se discuten las implicaciones de estos hallazgos.

  5. Prevalencia de los mecanismos de adaptación del paciente con enfermedad renal bajo tratamiento de hemodiálisis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Jahel García Avendaño

    2016-01-01

    Full Text Available Introducción: La enfermedad renal crónica es resultante de diversas enfermedades crónico degenerativas. El paciente con dicha enfermedad y sometido a hemodiálisis sufre muchos cambios en su estilo de vida. Es por ello que es importante evaluar la prevalencia de los mecanismos de adaptación en el paciente en los aspectos psicológico, afectivo y social. Objetivo: Identificar la prevalencia de los mecanismos adaptativos en el área de lo psicológico, afectivo y social que utiliza el paciente con insuficiencia renal crónica bajo tratamiento de hemodiálisis. Materiales y Métodos: Es un estudio descriptivo de tipo cuantitativo, se utilizó el cuestionario “Mecanismos de adaptación de los pacientes con enfermedad renal crónica en terapia de hemodiálisis”. Se realizó en el año 2010; y presentó un coeficiente del Alfa de Cronbach de 7.0, los datos se analizaron mediante estadística descriptiva. Resultados y Discusión: El estudio arrojó una prevalencia en los mecanismos afectivos, con un 71.4% en la adaptación comprometida; los mecanismos  sociales sobresalen con un 61.9% en la adaptación compensatoria; no evidenciando porcentajes favorables en los mecanismos psicológicos. Conclusiones: La mayoría de las personas con enfermedad renal bajo tratamiento de hemodiálisis, utilizan diferentes mecanismos de adaptación a su proceso lo cual depende completamente del ambiente en el que se desarrollan y el acompañamiento familiar que reciben. Cómo citar este artículo: García DJ, Ochoa MC, Martínez NE, Gonzáles B, Sánchez M, Martínez M. Prevalencia de los mecanismos de adaptación del paciente con enfermedad renal bajo tratamiento de hemodiálisis. Rev Cuid. 2016; 7(1: 1144-51. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v7i1.167

  6. O escore de risco de sangramento como preditor de mortalidade em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Nicolau

    2013-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A ocorrência de sangramento aumenta a mortalidade intra-hospitalar em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCAs, e há uma boa correlação entre os escores de risco de sangramento e a incidência de eventos hemorrágicos. No entanto, o papel dos escores de risco de sangramento como fatores preditivos de mortalidade é pouco estudado. OBJETIVO: Analisar o papel do escore de risco de sangramento como fator preditivo de mortalidade intra-hospitalar numa coorte de pacientes com SCA tratados num centro terciário de cardiologia. MÉTODOS: Dos 1.655 pacientes com SCA (547 com SCA com supra de ST e 1.118 com SCA sem supra de ST, calculou-se o escore de risco de sangramento ACUITY/HORIZONS prospectivamente em 249 pacientes e retrospectivamente nos demais 1.416. Informações sobre mortalidade e complicações hemorrágicas também foram obtidas. RESULTADOS: A idade média da população estudada foi 64,3 ± 12,6 anos e o escore de risco de sangramento médio foi 18 ± 7,7. A correlação entre sangramento e mortalidade foi altamente significativa (p < 0,001; OR = 5,29, assim como a correlação entre escore de sangramento e hemorragia intra-hospitalar (p < 0,001; OR = 1,058, e entre escore de sangramento e mortalidade intra-hospitalar (OR ajustado = 1,121, p < 0,001, área sob a curva ROC 0,753; p < 0,001. O OR ajustado e a área sob a curva ROC para a população com SCA com supra de ST foram 1,046 (p = 0,046 e 0,686 ± 0,040 (p < 0,001, respectivamente, e para SCA sem supra de ST foram 1,150 (p < 0,001 e 0,769 ± 0,036 (p < 0,001, respectivamente. CONCLUSÃO: O escore de risco de sangramento é um fator preditivo muito útil e altamente confiável para mortalidade intra-hospitalar em uma grande variedade de pacientes com SCAs, especialmente aqueles com angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supra de ST.

  7. Custo-efetividade de fondaparinux em pacientes com Síndrome Coronariana Aguda sem supradesnivelamento do ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Pepe

    2012-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O uso combinado de agentes antitrombínicos, antiplaquetários e estratégias invasivas na síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do ST (SCAsSST reduz eventos cardiovasculares. O fondaparinux demonstrou equivalência à enoxaparina na redução de eventos cardiovasculares, porém com menor índice de sangramento nos pacientes que usaram fondaparinux. OBJETIVO: Avaliar o custo-efetividade de fondaparinux versus enoxaparina em pacientes com SCAsSST no Brasil a partir da perspectiva econômica do Sistema Único de Saúde (SUS. MÉTODOS: Um modelo de decisão analítico foi construído para calcular os custos e consequências resultantes dos tratamentos comparados. Os parâmetros do modelo foram obtidos do estudo OASIS-5 (N = 20.078 pacientes com SCAsSST randomizados para fondaparinux ou enoxaparina. O desfecho avaliado foi um composto de eventos cardiovasculares (isto é, morte, infarto agudo do miocárdio, isquemia refratária e sangramentos graves nos dias 9, 30 e 180 pós-SCAsSST. Foram avaliados todos os custos diretos de tratamento e eventos relacionados à SCAsSST. O ano da análise foi 2010 e os custos foram descritos em reais (R$. RESULTADOS: No dia 9, o custo de tratamento por paciente foi R$ 2.768 para fondaparinux e R$ 2.852 para enoxaparina. Aproximadamente 80% do custo total foram associados a tratamentos invasivos. Os custos com medicamentos representaram 10% do custo total. As taxas combinadas de eventos cardiovasculares e de sangramentos maiores foram 7,3% e 9,0% para fondaparinux e enoxaparina, respectivamente. Análises de sensibilidade confirmaram os resultados iniciais do modelo. CONCLUSÃO: O fondaparinux para tratamento de pacientes com SCAsSST é superior à enoxaparina em termos de prevenção de novos eventos cardiovasculares com menor custo. (Arq Bras Cardiol. 2012; [online].ahead print, PP.0-0

  8. Fusariose em paciente imunocomprometido: sucesso terapêutico com voriconazol Fusariosis in an immunocompromised patient: therapeutic success with voriconazole

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís Prota Hussein Pincelli

    2008-08-01

    Full Text Available A infecção por Fusarium solani é afecção fúngica potencialmente grave em pacientes imunocomprometidos, sobretudo naqueles portadores de neoplasias hematológicas. A mortalidade é alta,sendo limitadas as opções terapêuticas devido às condições da imunidade do doente e à relativa resistência do fungo aos antifúngicos utilizados de rotina. O voriconazol tem-se mostrado boa alternativa terapêutica em pacientes neutropênicos que apresentam fusariose refratária ou pouco responsiva à anfotericina B. Neste artigo relata-se caso de fusariose em doente imunocomprometido tratado com sucesso com voriconazol.Fusarium infection is known to be potentially severe in immunocompromised patients, especially those with hematologic malignancies. Mortality rates are high and there are few therapeutic options, due to the severe underlying condition of this group of patients and the relative resistance of Fusarium to conventional antifungal therapy. Voriconazole has been shown to be an effective antifungal agent for neutropenic patients with fusariosis that are refractory or unresponsive to amphotericin B. We report the successful treatment of disseminated Fusarium infection in an immunocompromised host.

  9. Bloqueio bilateral do nervo pudendo para hemorroidectomia em paciente acondroplásico: relato de caso

    OpenAIRE

    Morais, Bruno Salomé de; Cruvinel, Marcos Guilherme Cunha; Silva, Yerkes Pereira; Diniz, Dener Augusto; Castro, Carlos Henrique Viana de

    2006-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O nanismo acondroplásico ou acondroplasia é a forma mais comum de nanismo e ocorre na maioria dos casos por alteração genética espontânea. A anestesia desses pacientes apresenta várias particularidades. O objetivo do presente relato foi descrever um caso de paciente acondroplásico, com história prévia de intervenção cirúrgica da coluna para descompressão medular, submetido a hemorroidectomia através de bloqueio bilateral dos nervos pudendos. RELATO DO CASO: Paciente...

  10. Grau de dependência dos pacientes em relação à equipe de enfermagem: uma ferramenta de gestão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Schein da Silva

    2016-01-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Medir o grau de dependência dos pacientes em relação à equipe de enfermagem utilizando o Sistema de Classificação de Pacientes (SCP proposto por Perroca. Métodos: Estudo descritivo exploratório que aplicou instrumento desenvolvido por Perroca durante 43 dias, nos meses de agosto e setembro de 2014, em uma unidade de internação clínica-cirúrgica de um hospital universitário da região sul do Brasil. Resultados: Foram realizadas 641 avaliações, as quais evidenciaram que, em 329 (51,3% das observações, os pacientes necessitaram de cuidados semi-intensivos, seguidos de 205 (32% de cuidados intermediários, 92 (14,4% de cuidados intensivos e 15 (2,3% de cuidados mínimos. Conclusão: Os resultados permitiram identificar a dependência dos pacientes em relação ao cuidado de enfermagem e evidenciaram maior concentração de avaliações em cuidados semi-intensivos. Tal fato leva-nos a refletir sobre as mudanças no perfil epidemiológico dos pacientes internados na instituição.

  11. Urolitíase no alotransplante renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cologna Adauto José

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: A litíase urinária é uma complicação incomum no alotransplante renal, a incidência varia de 0,02 a 3,4%. A maioria dos cálculos forma-se após o transplante, porém alguns podem ser transferidos junto com o enxerto para o hospedeiro. O tratamento desta complicação está baseado em alguns casos descritos na literatura. O objetivo deste trabalho é o de relatar a incidência da litíase renal no paciente com transplante renal, assim como a conduta adotada no HCFMRPUSP. MÉTODOS: Foram analisados 953 pacientes submetidos a transplante renal no HCFMRPUSP, de fevereiro 1968 a maio de 2003. A idade média foi de 47,2 anos (35 a 63 anos. Em 09 pacientes, o rim foi proveniente de doador cadáver e apenas 01 doador vivo. RESULTADOS:Foram diagnosticados 10 casos de litíase (1,05%. Em 02 pacientes (20% o cálculo foi diagnosticado no intraoperatório, em 01 (10% no peri-operatório (5º. dia, os 07 restantes (70% no pós-operatório tardio. Em 04 pacientes (57% não havia sintomatologia específica, 02 (29% apresentaram ITU, em 03 (43% ocorreu elevação da creatinina sérica. De 8 pacientes com litíase no pós-operatorio, em 06 os cálculos estavam localizados no rim e 02 no ureter. Dos pacientes com cálculos renais, 02 foram observados, 02 submetidos a LECO, 01 a nefrolitripsia percutânea, 01 à pielolitotomia. Em 01 paciente com cálculo ureteral foi realizada pielovesicostomia (cálculo + estenose, no outro paciente foi feita a ureterorrenoscopia retrógrada. CONCLUSÃO: A urolitíase é complicação rara no transplante renal, a conduta terapêutica no pós-operatório tardio é semelhante à da população geral.

  12. Prevalência de alta reatividade plaquetária em pacientes tratados com aspirina encaminhados para angiografia coronária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Manica

    Full Text Available FUNDAMENTO: A aspirina (Ácido Acetilsalicílico - AAS é capaz de reduzir eventos adversos cardiovasculares em pacientes portadores de Doença Arterial Coronariana (DAC através da inibição da atividade plaquetária. Alguns pacientes com DAC, apesar da terapia com AAS, apresentam Alta Reatividade Plaquetária (ARP, o que determina um maior risco para o desenvolvimento de eventos cardiovasculares. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de ARP em pacientes tratados com AAS e encaminhados para cinecoronariografia, além de avaliar se existe uma possível correlação entre a gravidade da DAC e o desenvolvimento de ARP. MÉTODOS: Estudo de centro único onde foram incluídos 115 pacientes consecutivos, tratados com AAS e portadores de DAC estável. A reatividade plaquetária induzida pelo ADP e colágeno foram avaliadas através da Agregometria de Transmitância Luminosa (ATL. Pacientes com agregação plaquetária maior que 70%, induzida por ambos os reagentes, foram classificados como tendo ARP e, neste grupo, a adesão ao tratamento com AAS foi avaliada através da dosagem dos níveis séricos de salicilato. RESULTADOS: A média de idade foi de 60,9 anos e a dose média de AAS foi de 164,2 mg. Tabagismo e diabetes melito estavam presentes em 28,7% e 31,5% dos pacientes, respectivamente. Foi encontrada ARP em 14 pacientes (13%, entretanto, em sete indivíduos (50% com ARP observaram-se baixos níveis séricos de salicilato (< 2,0 µg/mL, sugerindo não adesão à terapia medicamentosa. Em 6,5% dos pacientes com ARP identificou-se níveis detectáveis de salicilato sérico, sugerindo uma eficácia reduzida do AAS. A ARP se correlacionou com o número e a gravidade das estenoses coronárias (p = 0,04. CONCLUSÃO: Em uma população de pacientes tratados com AAS e encaminhados para angiografia coronária, a reatividade plaquetária elevada é prevalente (13%, sendo 50% destes pacientes não aderentes à terapia farmacol

  13. Preditores de peritonite em pacientes em um programa de diálise peritoneal Predictor factors of peritoneal dialysis-related peritonitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Victor Duarte Lobo

    2010-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Peritonite é a principal complicação relacionada com a diálise peritoneal (DP. OBJETIVO: Avaliar possíveis preditores para o seu desenvolvimento em pacientes em programa crônico na modalidade. MÉTODO: Realizou-se estudo de coorte retrospectivo em 330 pacientes (média de idade 53 ± 19 anos em programa de DP na Clínica de Nefrologia de Sergipe (Clinese, em Aracaju/ SE, Brasil, entre 1.º de janeiro de 2003 e 31 de dezembro de 2007. Variáveis sociodemográficas e clínicas foram avaliadas comparativamente entre pacientes que apresentaram (141% - 42,7% ou não (189% - 57,3% peritonite. Na análise estatística, utilizaramse teste t de Student, qui-quadrado e modelo de regressão com múltiplas variáveis. RESULTADOS : Ocorreu um episódio de peritoniteacada28,4pacientes/mês(0,42episódio/ paciente/ano. O Staphylococcus aureus foi o agente etiológico mais frequente (27,8%. Não se utilizava antibioticoterapia profilática e 136 pacientes (41,2% haviam apresentado previamente infecção de sítio de saída do cateter peritoneal (ISSCP. Identificou-se maior risco de peritonite nos pacientes com albuminemia INTRODUCTION: Peritonitis remains a major complication of peritoneal dialysis (PD. OBJECTIVE: Evaluate peritonitis incidence, etiology and outcome in cronic PD patients. METHODS: A retrospective cohort study was carried out on 330 patients (mean age of 53 ± 19 years who had been treated by PD in a dialysis center in Aracaju/SE, Brazil between January 1st, 2003 and December 31th, 2007. Data of patients with and without peritonitis were compared using Student's ttest, chi-squared statistic and multiple logistic regression. RESULTS: There were 213 peritonitis among 141 patients (1.51 episode/patient resulting in a rate of 28.44 patient/episode/ month (0.42 patient/episode/year. Staphylococcus aureus was the most frequent micro-organism isolated (27.8%, followed by Escherichia coli (13.4% and 32.5% were culture

  14. Reabilitação de pacientes com LER/DORT: contribuições da fisioterapia em grupo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Frizo Mendes

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os benefícios da associação do tratamento cinesioterapêutico com as dinâmicas de grupo, numa abordagem mais integral do processo saúde-doença, na recuperação e na reabilitação de portadores de LER/DORT em relação à funcionalidade e ao retorno ao trabalho. MÉTODO: vinte e quatro pacientes diagnosticados com LER/DORT foram distribuídos aleatoriamente em intervenções individuais e grupais, em 2008. O protocolo de cinesioterapia foi o mesmo nas duas intervenções e durou 10 sessões. Após os exercícios, foram abordados aspectos psicossociais importantes para o tratamento. A análise das intervenções ocorreu através da avaliação da funcionalidade pelo Questionário DASH e por uma entrevista semiestruturada para avaliar qualitativamente o impacto dessas intervenções no quadro clínico e na qualidade de vida após o tratamento. RESULTADOS: A avaliação da funcionalidade identificou que em nenhuma das intervenções houve alteração das funções dos membros superiores. Na análise das entrevistas, observou-se que os participantes relataram uma percepção de melhora do quadro clínico e da funcionalidade em suas vidas, mas que não foi suficiente para assegurar o retorno ao trabalho. CONCLUSÃO: As reflexões criadas nas duas intervenções permitiram uma abordagem mais global do processo de adoecimento, recuperação e reabilitação do paciente com LER/DORT, mas não foram suficientes para garantir o retorno ao trabalho.

  15. Anestesia em paciente com Xeroderma Pigmentoso: relato de caso Anestesia en paciente con Xeroderma Pigmentoso: relato de caso Anesthesia in patient with Xeroderma Pigmentosum: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Rogério Degrandi Oliveira

    2003-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O Xeroderma Pigmentoso é uma doença autossômica recessiva rara, caracterizada pelo desenvolvimento prematuro de neoplasias devido à extrema sensibilidade à radiação ultravioleta. Estas manifestações ocorrem por falha no mecanismo de excisão e reparo do DNA. Se comparados a indivíduos normais, estes pacientes apresentam risco 1000 vezes maior de desenvolver neoplasias em áreas expostas ao sol. O objetivo deste relato é apresentar a conduta anestésica em uma paciente portadora de Xeroderma Pigmentoso submetida à cirurgia oftalmológica. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 7 anos, portadora de Xeroderma Pigmentoso com comprometimento facial extenso, admitida para exérese de lesão papilar no olho direito. Foi prescrito midazolam (10 mg por via oral, como medicação pré-anestésica. A monitorização inicial consistiu de cardioscópio, oxímetro de pulso, estetoscópio precordial e pressão arterial não invasiva. Foi realizada pré-oxigenação com oxigênio a 100% por 3 minutos e indução inalatória sob máscara com oxigênio a 100% e sevoflurano em concentrações crescentes até 7%. Após acesso venoso periférico com cateter 22G, foram injetados propofol (50 mg e succinilcolina (20 mg e realizada intubação traqueal com tubo 5,5 mm sem balonete. Um guia de metal foi utilizado para facilitar a introdução do tubo traqueal. A manutenção da anestesia foi feita com sevoflurano a 3,5% e oxigênio a 100%, com sistema de Bain. A criança foi extubada na sala cirúrgica e encaminhada à sala de recuperação pós-anestésica em boas condições. CONCLUSÕES: As alterações faciais e orofaríngeas decorrentes desta doença determinaram dificuldades na adaptação da máscara facial e intubação traqueal. A educação constante do paciente e de seus familiares constitui o objetivo mais importante no manuseio desta doença.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El Xeroderma Pigmentoso es una enfermedad autos

  16. Biomarcadores salivares para as doenças cardiovasculares em pacientes portadores de periodontite crónica

    OpenAIRE

    Cunha, Rafael José Silva

    2016-01-01

    Introdução: As doenças cardiovasculares são a principal causa de morbilidade e mortalidade em todo o mundo, sendo a aterosclerose a doença cardiovascular mais frequente. Estudos recentes têm evidenciado uma relação entre a periodontite crónica e as doenças cardiovasculares. A plausibilidade biológica para esta associação, baseia-se no facto de os pacientes com periodontite apresentarem níveis aumentados de marcadores inflamatórios, os quais estão associados com a disfunção d...

  17. Trabalho em saúde com pacientes apenados: sentidos metafóricos gerados no contexto hospitalar

    OpenAIRE

    Irala, Denise de Azevedo; Cezar-Vaz, Marta Regina; Cestari, Maria Elisabeth

    2011-01-01

    OBJETIVO: Descrever os sentidos metafóricos gerados baseados no processo de trabalho da equipe de saúde com pacientes apenados internos em uma instituição hospitalar. MÉTODOS: Pesquisa qualitativa, de cunho exploratório, com abordagem sócio-histórica na dimensão dialética, realizada com os componentes da equipe de saúde: equipe de enfermagem (enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem), médicos, fisioterapeutas e nutricionistas. A coleta de dados foi feita por entrevistas semiestruturadas g...

  18. Alterações morfológicas na parede de artéria muscular em pacientes hipertensas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neves Mario Fritsch Toros

    1998-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar lesões estruturais na parede arterial uterina em mulheres com hipertensão arterial (HA. MÉTODOS: Vinte e seis pacientes com indicação de histerectomia eletiva foram divididas em dois grupos. O grupo 1, constituído por mulheres normotensas e, o grupo 2, por hipertensas sem tratamento regular. Foram obtidos dois segmentos da artéria uterina de cada paciente imediatamente após a cirurgia. Os fragmentos foram preparados em lâminas e submetidos ao estudo morfológico à microscopia óptica. RESULTADOS: Os grupos foram homogêneos em relação à idade, com média de 46,8+7,6 e 46,7+6,4 anos nos grupos 1 e 2, respectivamente. As médias de pressão arterial sistólica e diastólica máximas durante o período de internação foram de 130,0+3,4 x 83,8+6,5mmHg no grupo 1 e de 163,8+4,3 x 105,8+9,9mmHg no grupo 2 (p<0,0001. As pacientes hipertensas apresentaram espessamentos maiores da camada íntima (p<0,05. As fibras do complexo elástico encontravam-se mais numerosas e homogêneas no grupo com pressão arterial elevada e a hipertrofia celular mais freqüente (53,8% que no das normotensas (23,1 %. CONCLUSÃO: HA parece acelerar o espessamento intimal relacionado à idade. As pacientes hipertensas apresentam elevada tendência para um aumento quantitativo e maior homogeneidade das fibras elásticas intimais na parede arterial uterina, indicando que a HA pode determinar alterações estruturais semelhantes ao processo de envelhecimento vascular.

  19. Achados ultra-sonográficos abdominais em pacientes com dengue Abdominal ultrasound findings in patients with dengue fever

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Amaral do Vabo

    2004-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar os achados ultra-sonográficos abdominais em pacientes com dengue e compará-los aos descritos na literatura. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram realizados exames ultra-sonográficos abdominais de 38 pacientes, 25 do sexo feminino e 13 do sexo masculino, com idade média de 35 anos, com diagnóstico de dengue sorologicamente confirmado. Os achados foram comparados com os descritos na literatura. RESULTADOS: Os achados ultra-sonográficos mais relevantes foram espessamento difuso da parede da vesícula biliar em 18 casos (47,4%, líquido livre na cavidade abdominal e/ou pélvica em 12 (31,6%, esplenomegalia em 11 (28,9%, hepatomegalia em 10 (26,3% e líquido pericolecístico em 10 (26,3%. Vinte e seis por cento dos pacientes apresentaram exames ultra-sonográficos normais. CONCLUSÃO: Os achados ultra-sonográficos abdominais são uma ferramenta adicional útil na confirmação de casos suspeitos de dengue hemorrágica e na detecção precoce da gravidade e da progressão da doença, sendo de extrema importância para o radiologista o conhecimento destes possíveis achados.OBJECTIVE: To review the abdominal ultrasound findings in patients with serologically proven dengue fever and to compare the results with data from the literature. MATERIALS AND METHODS: Thirty-eight patients with serologically proven dengue fever, 25 female and 13 male, mean age of 35 years, were submitted to abdominal ultrasound. The ultrasound findings were compared with data from the literature. RESULTS: The most relevant ultrasound findings were diffuse gallbladder wall thickening in 18 cases (47.4%, abdominal and/or pelvic free fluid in 12 (31.6%, splenomegaly in 11 (28.9%, hepatomegaly in 10 (26.3% and perivesicular fluid in 10 (26.3%. Twenty-six percent of the patients had normal abdominal ultrasound. CONCLUSION: Abdominal sonography is a useful additional diagnostic tool for the confirmation of suspected cases of dengue hemorrhagic fever and for the

  20. Gastrostomia endoscópica em pacientes com cardiopatia complicada Percutaneous endoscopic gastrostomy in cardiologic complicated patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celso CUKIER

    2000-10-01

    Full Text Available Pacientes cardiopatas complicados com isquemia cerebral e insuficiência cardíaca necessitam terapia nutricional enteral prolongada por se apresentarem em situação de risco nutricional. Complicações advindas do uso prolongado da sonda nasoenteral poderiam ser evitadas com a execução da gastrostomia endoscópica. Esta é alternativa técnica para acesso ao tubo digestivo em nutrição enteral. O objetivo deste estudo foi avaliar o tempo de indicação para gastrostomia endoscópica em pacientes com nutrição enteral com uso de sonda nasoenteral e as principais complicações do procedimento. Doze pacientes foram submetidos a gastrostomia endoscópica, sendo oito do sexo masculino. A idade média foi de 62,42 + 22,10 anos. A indicação principal foi síndrome isquêmica cerebral após parada cardiorespiratória por patologia clínica (sete pacientes ou cirurgia cardiovascular complicada (cinco. O tempo médio para indicação da gastrostomia endoscópica foi de 35,58 + 26,79 dias após introdução da nutrição enteral. Não houve intercorrências com o procedimento e, no período pós-operatório tardio, ocorreu infecção do orifício de inserção da gastrostomia endoscópica em um caso, resolvida com cuidados locais. Em conclusão, a gastrostomia endoscópica é técnica segura, com baixa incidência de complicações. Pode ser realizada em ambulatório, no leito do paciente, ou em centro de terapia intensiva e sua indicação deveria ser mais precoce.Complicated cardiologic patients with brain ischemia and heart failure need long term enteral nutrition. Long term nasoenteral tuibe feeding may cause complications that could be avoided with percutaneous endoscopic gastrostomy. The aim of this study was to evaluate the indications for percutaneous endoscopic gastrostomy and its main complications. Twelve patients were submitted to percutaneous endoscopic gastrostomy (eight male with main age of 62,42 ± 22,10 years old. Brain ischemia

  1. Revisao de 15 casos submetidos a oclusao temporaria bilateral de arteria iliaca interna em pacientes com alto risco para hemorragia obstetrica

    OpenAIRE

    Krutman,Mariana; Galastri,Francisco Leonardo; Affonso,Breno Boueri; Nasser,Felipe; Travassos,Fabiellen Berzoini; Messina,Marcos de Lourenco; Wolosker,Nelson

    2013-01-01

    OBJETIVO: Analisar os resultados de 15 pacientes com elevado risco de sangramento obstétrico, submetidas ao implante de catéteres balão profilático para oclusão temporária das artérias hipogástricas. MÉTODOS: Uma análise retrospectiva foi realizada com base em prontuários de 15 pacientes submetidas ao implante de catéteres balão profilático, de janeiro/2008 a dezembro/2011. Todas as pacientes incluídas no estudo f...

  2. Avaliação laríngea em pacientes reumatológicos Laryngeal assessment in reumatic disease patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Valter Lisboa Ramos

    2005-08-01

    Full Text Available As doenças reumáticas produzem alterações sistêmicas e podem, por isso, comprometer os vasos sangüíneos, as serosas e as mucosas de todo o trato aerodigestivo. Casos esporádicos de acometimento laríngeo por doenças reumáticas têm sido descritos. Esse estudo tem por objetivo avaliar e descrever as alterações laríngeas encontradas em pacientes reumatológicos. FORMA DE ESTUDO: coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: Estudo transversal com pacientes portadores de lúpus eritematoso sistêmico, esclerodermia e doença mista do tecido conjuntivo. Os pacientes submeteram-se a exame clínico otorrinolaringológico e à videolaringoestroboscopia. RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 27 pacientes sendo que 26 conseguiram realizar a videolaringoestroboscopia. Alterações laríngeas foram observadas em 11 dos 12 pacientes portadores de lúpus, nos 11 pacientes portadores de esclerodermia e nos 3 pacientes portadores de doença mista do tecido conjuntivo. Lesões sugestivas de nódulo em bambu foram identificados em 5 pacientes e 92,3% dos pacientes apresentaram sinais laríngeos de síndrome faringolaríngea do refluxo. CONCLUSÃO: Neste estudo identificamos 5 lesões sugestivas de nódulos em bambu e sinais laríngeos de refluxo em quase todos os pacientes.Rheumatic diseases usually promote several systemic disorders, which can affect blood vessels, mucosa and serosa of the aerodigestive tract. Scarce laryngeal involvement has been described in these patients and this study aims at investigating laryngeal alterations found in patients with rheumatic diseases. STUDY DESIGN: transversal cohort. MATERIAL AND METHOD: A transversal study was developed with systemic lupus erythematous, systemic sclerosis and mixed connective tissue disease's patients. They were evaluated by means of clinical examinations and videolaryngoestroboscopy. RESULTS: Twenty-seven patients were included in the study, 26 succeeded in completing the

  3. Valoración del estado nutricional y consumo alimentario de los pacientes en terapia renal sustitutiva mediante hemodiálisis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.ª Concepción Pereira Feijoo

    Full Text Available Introducción: La malnutrición proteico-energética es un hecho frecuente entre los pacientes en tratamiento sustitutivo renal con hemodiálisis y a ello contribuye, además de la propia técnica dialítica, la dieta inadecuada. Objetivos: Valorar la evolución del estado nutricional y la ingesta alimentaria de los pacientes de 3 unidades de hemodiálisis extrahospitalaria, tras una intervención enfermera educativa. Pacientes y métodos: Hemos realizado un estudio transversal en 66 pacientes de 3 unidades extrahospitalarias (44 hombres y 23 mujeres con dosis de diálisis medida por KT/V > 1,3 .Se hizo una determinación del estado nutricional por métodos convencionales y del consumo alimentario mediante encuesta dietética, determinándose mediante soporte informático el índice de alimentación saludable, identificando los déficits y/o excesos de nutrientes en cada paciente. Se llevaron a cabo intervenciones educativas personalizadas dirigidas a corregir los excesos o déficits de nutrientes detectados en los pacientes, y se volvieron a hacer las mismas valoraciones a los seis meses. Resultados: La prevalencia de desnutrición es leve en el 41% de hombres y 43% de las mujeres y moderada en el 34% de los hombres y 21% de las mujeres. El índice de alimentación saludable era inadecuado en el 37,31% de los pacientes en el análisis basal y postintervención educativa paso al 18,8%. La ingesta media energética es elevada (1398.86 Kcal/paciente/día con alto consumo de colesterol y déficit de aminoácidos. Se detectó un alto consumo de hidratos de carbono simples (> 20% y un elevado uso de proteínas de origen animal. El contenido mineral y vitamínico de la dieta es muy deficiente, destacando el bajo consumo de Vitamina D (1.45±2.55 ng y elevado de fósforo (1052.28±356.23 m/día. Conclusion: Tras una intervención educativa sobre nuestros pacientes, corrigiendo hábitos dietéticos no saludables, hemos conseguido mejorar su estado

  4. Perfil epidemiológico de pacientes atendidos em um Serviço de Controle da Dor Orofacial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alana Moura Xavier Dantas

    Full Text Available ResumoIntroduçãoA Disfunção Temporomandibular (DTM se manifesta clinicamente como diversos problemas envolvendo a musculatura mastigatória, as articulações temporomandibulares e/ou suas estruturas associadas. Atualmente, essas disfunções apresentam elevada prevalência na população e afetam a qualidade de vida de seus portadores.ObjetivoDescrever as principais características e os sinais e sintomas de pacientes atendidos em um serviço especializado de Dor Orofacial.Material e métodoA pesquisa foi realizada no Ambulatório do Serviço de Controle da Dor Orofacial do Hospital Universitário de uma universidade federal, contendo uma amostra de 236 fichas de pacientes atendidos no período entre 2005 e 2011. Realizou-se a coleta de dados contidos na ficha clínica específica do serviço, elaborada pelos próprios pesquisadores com base no RDC/TMD e no Índice Anamnésico Simplificado de Fonseca. A ficha clínica foi elaborada de acordo com a realidade deste ambulatório e dos seus pacientes, para facilitar o diagnóstico destas desordens. Em seguida, foi procedida a análise descritiva dos dados.ResultadoEntre os pacientes atendidos, houve predomínio do gênero feminino, faixa etária entre 41 a 60 anos, grau de escolaridade Ensino Médio completo, vínculo empregatício e encaminhamento por cirurgiões-dentistas. A presença de dor diária com intensidade 5 e dor do tipo pulsátil, e o cansaço muscular foram as características mais prevalentes.ConclusãoDe acordo com os resultados obtidos, pode-se concluir que as mulheres procuram mais o serviço especializado e que os pacientes com DTM normalmente possuem elevados níveis de tensão e dor, sendo necessário um tratamento multidisciplinar.

  5. Movement disorders in 28 HIV-infected patients Distúrbios do movimento em 28 pacientes infectados pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    James Pitágoras de Mattos

    2002-09-01

    Full Text Available From 1986 to 1999, 2460 HIV-positive inpatients were seen in our Hospital. Neurological abnormalities were detected in 1053 (42.8% patients. In this group, 28 (2.7% had involuntary movements, 14 (50% with secondary parkinsonism, six (21.4% with hemichorea/hemiballismus, four (14.2% with myoclonus, two (7.2% with painful legs and moving toes, one (3.6% with hemidystonia and one (3.6% with Holmes' tremor. The HIV itself (12 patients, toxoplasmosis of the midbrain (1 and metoclopramide-related symptoms (1 were the most probable causes for the parkinsonism. All patients with hemichorea/hemiballismus were men and in all of them toxoplasmosis of the basal ganglia, mostly on the right side, was the cause of the involuntary movements. Generalized myoclonus was seen in two patients and they were due to toxoplasmosis and HIV-encephalopathy respectively; two others presented with spinal myoclonus. The two patients with painful legs and moving toes had an axonal neuropathy. The patient with hemidystonia suffered from toxoplasmosis in the basal ganglia and the patient with Holmes' tremor had co-infection with tuberculosis and toxoplasmosis affecting the midbrain and cerebellum. We conclude that HIV-infected patients can present almost any movement disorder. They can be related to opportunistic infections, medications, mass lesions and possibly to a direct or indirect effect of the HIV itself.De 1986 a 1999, 2460 pacientes HIV-positivos internados foram avaliados em nosso Hospital. Alterações neurológicas foram encontradas em 1053 (42,8%. Neste grupo, 28 (2,7% exibiam movimentos involuntários, 14 (50% com parkinsonismo secundário, seis (21,4% com hemicoréia/hemiballismo, quatro (14,2% com mioclonias, dois (7,2% com painful legs and moving toes, um (3,6% com hemidistonia e um (3,6% com tremor de Holmes. No grupo com parkinsonismo, 12 eram, provavelmente, secundários ao HIV; um à toxoplasmose mesencefálica e outro desencadeado pela metoclopramida

  6. Resultados tardios da plastia mitral em pacientes reumáticos Late outcomes of mitral repair in rheumatic patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Soraya Barbosa de Oliveira Severino

    2011-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os resultados tardios da plastia mitral em pacientes reumáticos são controversos na literatura. OBJETIVO: Estudo observacional e prospectivo que avalia os resultados tardios e identifica os fatores associados à reoperação e à mortalidade em pacientes reumáticos submetidos à plastia da valva mitral. MÉTODOS: Incluídos somente os pacientes com valvopatia mitral reumática submetidos a plastia, com insuficiência tricúspide associada ou não. Excluídos os pacientes com outros procedimentos associados. Um total de 104 pacientes foi estudado. Sobrevida e reoperação foram avaliadas pela analise de Kaplan-Meier e regressão logística de Cox. RESULTADOS: O tempo de seguimento foi de 63 ± 39 meses (IC 95% 36 a 74 meses. A classe funcional III e IV estava presente em 65,4% dos pacientes no pré-operatório. Foram realizadas 33 plastias do anel posterior, 21 comissurotomias, 50 comissurotomias e plastias do anel posterior. Não houve mortalidade operatória e a tardia foi de três (2,8% pacientes. A reoperação tardia esteve associada à insuficiência mitral residual no pós-operatório (PINTRODUCTION AND AIMS: The long-term results after surgical repair of rheumatic mitral valve remain controversial in literature. Our aim was to determine the predictive factors which impact the long-term results after isolated rheumatic mitral valve repair and to evaluate the effect of those factors on reoperation and late mortality. METHODS: One hundred and four patients with rheumatic valve disease who had undergone mitral valve repair with or without tricuspid valve annuloplasty were included. All patients with associated procedures were excluded. The predictive variables for reoperation were assessed with Cox regression and Kaplan Meier survival curves. RESULTS: The mean follow-up time was 63 ± 39 months (CI 95% 36 to 74 months. The functional class III and IV was observed in 65.4% of all patients. The posterior ring annuloplasty was

  7. Prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Mathioni Mertins

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar a prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio, internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Coronariana de um hospital da região noroeste do estado do Rio Grande do Sul ̸ Brasil. Metodologia: Estudo quantitativo, descritivo e transversal, realizado no período compreendido entre 25 de abril a 25 de junho de 2012, com 48 pacientes. As variáveis de interesse para este estudo foram as condições sociodemográficas, dados antropométricos, hábitos alimentares e fatores de risco cardiovascular. Resultados: A idade média foi de 59,9 ± 11,55 anos, com predominância do sexo masculino (81,3%, de cor branca (83,3%, casados (70,8%, ensino fundamental incompleto (72,9%, aposentados (37,5%, renda menor que três salários mínimos (58,3% e procedentes da região urbana (72,9%. A prevalência dos fatores de risco se distribuiu da seguinte forma: sedentarismo (91,7%, hipertensão arterial sistêmica (63,8%, estresse (50%, circunferência abdominal alterada (50%, história familiar (43,7%, tabagismo (41,7%, sobrepeso (35,5%, obesidade (33,4%, dislipidemia (23%, diabetes mellitus (20,8% e consumo de álcool (12,5%. Conclusão: Os dados apresentados mostram a elevada prevalência de fatores de risco em pacientes que tiveram infarto agudo do miocárdio e nos direcionam a entender o papel da educação em saúde como estratégia para reduzir as causas de morbimortalidade, além de propor ações de cuidado e autocuidado e mudanças nos hábitos de vida.  Descritores: Fatores de Risco; Infarto do Miocárdio; Educação em Saúde (Fontes: DeCS e BIREME.

  8. Micronutrientes antioxidantes e risco cardiovascular em pacientes com diabetes: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Aguiar Sarmento

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Associações inversas entre a ingestão de micronutrientes e desfechos cardiovasculares foram demonstradas previamente na população geral. OBJETIVO: Revisar sistematicamente o papel de micronutrientes no desenvolvimento/presença de desfechos cardiovasculares em pacientes com diabetes. MÉTODOS: Foi realizada uma busca nas bases de dados Medline, Embase e Scopus (Janeiro/1949-Março/2012 por estudos observacionais que avaliaram micronutrientes antioxidantes e desfechos cardiovasculares em pacientes com diabetes e, em seguida, os dados foram selecionados e extraídos (dois revisores independentes. RESULTADOS: Dos 15658 estudos identificados, cinco foram incluídos, sendo três de caso-controle e dois de coorte, com um acompanhamento de 7-15 anos. Uma metanálise não foi realizada devido aos diferentes micronutrientes antioxidantes (tipos e métodos de medição e os desfechos avaliados. Os micronutrientes avaliados foram: vitamina C (dieta e/ou suplementação, cromo e selênio em amostras de unha, e α-tocoferol e zinco no soro. A ingestão de > 300 mg de vitamina C a partir de uplementos esteve associada a um risco aumentado de doença cardiovascular, doença arterial coronariana (DAC e acidente vascular cerebral (RR 1,69-2,37. Altos níveis de α-tocoferol no soro foram associados a um risco 30% inferior de DAC em outro estudo (RR 0,71, IC 95% 0,53-0,94. Entre os minerais (zinco, selênio e cromo, foi observada uma associação inversa entre o zinco e a DAC: níveis inferiores a 14,1 μmol/L foram associados a um risco aumentado para DAC (RR 1,70, IC 95% 1,21-2,38. CONCLUSÃO: A informação disponível sobre essa questão é escassa. Estudos prospectivos adicionais são necessários para elucidar o papel desses nutrientes no risco cardiovascular de pacientes com diabetes.

  9. Aplicabilidade dos resultados de enfermagem em pacientes com insuficiência cardíaca e volume de líquidos excessivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joelza Celesilvia Chisté Linhares

    Full Text Available RESUMO Objetivo Testar a aplicabilidade clínica da Nursing Outcomes Classification em pacientes com insuficiência cardíaca descompensada e Diagnóstico de Enfermagem Volume de Líquidos Excessivo. Métodos Estudo longitudinal conduzido em duas etapas em um hospital universitário no ano de 2013. Na primeira etapa, utilizou-se a validação por consenso de especialistas para selecionar os resultados de enfermagem e os indicadores relacionados ao diagnóstico de enfermagem; na segunda, foi realizado um estudo longitudinal para avaliação clínica dos pacientes, utilizando-se o instrumento contendo os resultados e indicadores produzidos no consenso. Resultados Foram realizadas avaliações em 17 pacientes. Na avaliação clínica, mensuraram-se os resultados de enfermagem através da avaliação de seus indicadores. Seis resultados apresentaram aumento nos escores, quando comparados às médias da primeira e da última avaliação. A utilização da Nursing Outcomes Classification na prática clínica demonstrou melhora dos pacientes internados por insuficiência cardíaca descompensada. Conclusão A Nursing Outcomes Classification foi sensível às alterações no quadro clínico dos pacientes.

  10. Prescrição de terapias baseadas em evidências para pacientes de alto risco cardiovascular: estudo REACT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otávio Berwanger

    2013-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Dados de atendimento ambulatorial ao paciente de alto risco cardiovascular no Brasil são insuficientes. OBJETIVO: Descrever o perfil e documentar a prática clínica do atendimento ambulatorial de pacientes de alto risco cardiovascular no Brasil, no que diz respeito à prescrição de terapias baseadas em evidências. MÉTODOS: Registro prospectivo que documentou a prática clínica ambulatorial de indivíduos de alto risco cardiovascular, que foi definido como a presença de um dos seguintes fatores: doença arterial coronariana, cerebrovascular e vascular periférica; diabetes; ou aqueles com pelo menos três dos seguintes fatores: hipertensão arterial, tabagismo, dislipidemia, maiores 70 anos, histórico familiar de doença arterial coronariana, nefropatia crônica ou doença carotídea assintomática. Foram avaliadas características basais e a taxa de prescrição das intervenções medicamentosas e não medicamentosas. RESULTADOS: Foram incluídos 2.364 pacientes consecutivos, sendo 52,2% do gênero masculino, idade média de 66,0 anos (± 10,1. Dentre os pacientes incluídos, 78,3% utilizavam antiplaquetários, 77,0% estatinas e, dos pacientes com história de infarto do miocárdio, 58,0% receberam betabloqueadores. O uso concomitante destas três classes foi de 34%. Não atingiram as metas preconizadas pelas diretrizes 50,9% dos hipertensos, 67% dos diabéticos e 25,7% dos dislipidêmicos. Os principais preditores de prescrição de terapias com benefício comprovado foram centro com cardiologista e histórico de doença arterial coronariana. CONCLUSÃO: Este registro nacional e representativo identificou hiatos importantes na incorporação de terapias com benefício comprovado, oferecendo um panorama real dos pacientes de alto risco cardiovascular.

  11. Condutas de limitação terapêutica em pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva Therapeutic limitation conducts in intensive care unit patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almir Galvão Vieira Bitencourt

    2007-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Atualmente, há uma tendência crescente de se buscar o "morrer com dignidade", mais do que prolongar inutilmente o sofrimento de pacientes terminais em unidades de terapia intensiva (UTI. O objetivo deste estudo foi avaliar a utilização de condutas que sugerem limitação terapêutica (LT em pacientes que foram a óbito em UTI Adulto. MÉTODO: Trata-se de um estudo exploratório, retrospectivo, que avaliou prontuários médicos de pacientes que foram a óbito na UTI geral de um hospital privado de Salvador-BA, entre janeiro e agosto de 2003, com internação superior a 24 horas na unidade. Os pacientes foram classificados, em relação ao óbito, em "não resposta a medidas de reanimação", "morte encefálica", "decisão de não reanimar" (DNR, "não adoção ou retirada de medidas de suporte de vida", sendo estas duas últimas consideradas medidas sugestivas de limitação terapêutica. RESULTADOS: Foram incluídos dados referentes a 67 pacientes, correspondendo a 90,4% dos pacientes falecidos na unidade durante o período. Destes, 56,7% eram mulheres e a idade média dos pacientes foi de 66,58 ± 17,86 anos. Medidas sugestivas de LT foram encontradas em 59,7% dos pacientes, sendo a mais importante "não adoção de medidas de suporte" (35,8%, seguida de DNR (17,9% e "retirada de medidas de suporte" (6%. A utilização de fármacos vasoativos e métodos dialíticos foram as medidas de suporte mais omitidas, enquanto antibioticoterapia foi a mais retirada. A utilização de medidas de LT foi mais freqüente nos pacientes clínicos. CONCLUSÕES: Os dados do presente estudo sugerem altas freqüências de condutas médicas sugestivas de LT em UTI geral no Nordeste do Brasil. Métodos terapêuticos que possam causar desconforto ou sofrimento aos pacientes terminais, como nutrição, sedação e analgesia, raramente foram omitidos ou retirados.BACKGROUND AND OBJECTIVES: There is a growing tendency of looking for "dying

  12. Dieta hipocalórica e treinamento físico em pacientes com síndrome metabólica e apnéia do sono

    OpenAIRE

    Cristiane Maki Nunes

    2011-01-01

    INTRODUÇÃO. Estudos anteriores demonstraram que pacientes com síndrome metabólica (SMet) e apnéia obstrutiva do sono (SAOS) apresentam hiperativação simpática e hipersensibilidade quimiorreflexa. Neste trabalho, testamos as hipóteses de que: 1) dieta hipocalórica associada à treinamento físico (D+TF) melhora a sensibilidade quimiorreflexa em pacientes com SMet e 2) Os efeitos da D+TF seriam mais pronunciados em pacientes com SMet+AOS que em pacientes sem AOS (SMet-AOS). MÉTODOS. Vinte e sete ...

  13. Pesquisa de fungos em 20 pacientes com polipose nasossinusal Fungal research in 20 patientes with nasal polyposis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla R. Monteiro

    2002-10-01

    Full Text Available Introdução: Polipose nasossinusal é uma doença freqüente na prática clínica otorrinolaringológica. Sua associação com fungos, porém, tem recebido mais atenção apenas nos últimos 20 anos, principalmente após o reconhecimento da sinusite fúngica alérgica. Objetivo: Identificar a presença de fungos nos seios paranasais de pacientes portadores de polipose nasossinusal e analisar a reatividade destes pacientes para aeroalérgenos. Forma de Estudo: Clínico prospectivo. Material e Método: Avaliamos de forma prospectiva 20 pacientes com diagnóstico de polipose nasossinusal, que se apresentaram ao ambulatório de Otorrinolaringologia do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Durante o tratamento cirúrgico, a secreção removida dos seios paranasais foi colocada em Sabouraud com cloranfenicol e submetida à análise histopatológica. Foram dosados níveis séricos de IgE total, IgE específica para Aspergillus fumigatus e contagem de eosinófilos do sangue periférico. Testes cutâneos com antígenos de Dermatophagoides pteronyssinus, Dermatophagoides farinae, Blomia tropicalis, Blattella germânica, Blattella americana e Aspergillus fumigatus foram realizados .Resultados: Seis pacientes (30% apresentaram crescimento fúngico, sendo quatro Aspergillus sp, um Candida tropicalis e outro Cladophialophora carrionii. Treze (68,42% apresentaram teste de puntura positivo para os aeroalérgenos acima citados. Em dez pacientes (50% foi encontrada eosinofilia. Níveis séricos elevados de IgE total foram encontrados em oito (44,4%. Nível sérico elevado de IgE específica para Aspergillus fumigatus foi encontrado em apenas um. Conclusão: Salientamos a importância da pesquisa de fungos e de uma investigação do sistema imune nos pacientes com polipose nasossinusal para ser feito um diagnóstico preciso e tratamento adequado.Introduction: Nasal polyposis is a frequent disease in the otolaryngology clinical practice. The association

  14. Exames radiográficos solicitados no atendimento inicial de pacientes em uma Faculdade de Odontologia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Borin MOURA

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Para que radiografias ofereçam mais benefícios do que riscos, precisam ser realizadas ou solicitadas de acordo com cada situação clínica.OBJETIVO: Avaliar os exames radiográficos solicitados no atendimento inicial em uma Faculdade de Odontologia, considerando os sinais/sintomas e o motivo para busca pelo atendimento.MATERIAL E MÉTODO: Foram avaliados os prontuários de 3.100 pacientes adultos, tratados em um período de três anos, excluindo aqueles em que os pacientes não haviam realizado exames radiográficos na consulta inicial. Numa amostra final de 1.567 prontuários, foram coletados os seguintes dados: idade e gênero, razão da procura pelo tratamento, presença de sinais e/ou sintomas, além da técnica e do número de radiografias realizadas. Os dados foram analisados por estatística descritiva.RESULTADO: 5.034 radiografias realizadas, com média de 3,24 (±2,97 por paciente. Entre as técnicas, a mais utilizada foi a periapical seguida pela panorâmica. Extração dentária e dor foram as razões mais prevalentes da procura pelo atendimento, enquanto dor, doença periodontal e presença de patologias de tecidos moles foram os sinais/sintomas mais comuns. Verificou-se que 35,41% da amostra não apresentou sinais ou sintomas.CONCLUSÃO: Há uma grande variação na requisição de radiografias no exame inicial, mostrando uma falha na aplicação de critérios de seleção de imagens para diagnóstico, o que pode levar à exposição desnecessária do paciente à radiação X.

  15. La suspensión de la Diálisis en pacientes con Insuficiencia Renal Crónica Avanzada: ¿qué opinan los enfermos?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iñaki Saralegui

    Full Text Available El proceso de voluntades anticipadas permite a los pacientes dar a conocer sus preferencias. Método: estudio cualitativo de subgrupos homogéneos con pacientes con enfermedad renal crónica en programa de diálisis a través de entrevistas semiestructuradas, con el objetico de conocer su deseo de participar en la toma de decisiones sanitarias, en particular las relacionadas con el final de la vida. Resultados: de mayo a diciembre de 2012 se entrevistaron a catorce pacientes, con una mediana de edad de 66 años. Creen que reciben una información adecuada, pero reconocen que no se les habla sobre el final de la vida o la retirada de diálisis. Creen que los médicos no hablan de ello porque están centrados en otras cuestiones y no quieren entristecerles. Quieren participar en la toma de decisiones y expresar sus preferencias. En caso de deterioro neurológico severo preferirían suspender la diálisis y recibir tratamiento para no tener dolor, en su casa si es posible. Sería conveniente integrar los cuidados paliativos en la asistencia de los pacientes en diálisis.

  16. Criptosporidiose em paciente com espondilite anquilosante usando adalimumabe Cryptosporidiosis in a patient with ankylosing spondylitis treated with adalimumab

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Augusto Chiuchetta

    2010-06-01

    Full Text Available A criptosporidiose é uma doença parasitária causada pelo protozoário Cryptosporidium sp. Observou-se um aumento no número de diagnósticos realizados nos últimos vinte anos, principalmente em pacientes que apresentam imunodeficiências como a síndrome da imunodeficiência humana adquirida e as imunodeficiências induzidas como em pacientes transplantados e nos que necessitam realizar hemodiálise frequentemente. Relata-se o caso de um jovem com espondilite anquilosante que, usando adalimumabe, apresentou diarreia devido à criptosporidiose.Cryptosporidiosis is a parasitic disease caused by a protozoan called Cryptosporidium sp. An increased number of diagnoses were made in the last 20 years, especially in patients with immunodeficiency like the acquired human immunodeficiency syndrome and induced immunodeficiency, such as in transplant patients and those who need frequent hemodialysis, has been observed. We report the case of a young patient with ankylosing spondylitis treated with adalimumab who developed chronic diarrhea secondary to cryptosporidiosis

  17. Lymphangiectatic Kaposi's sarcoma in a patient with AIDS Sarcoma de Kaposi linfangiectásico em paciente com Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Santos

    2013-04-01

    Full Text Available Kaposi's sarcoma is a malignant disease that originates in the lymphatic endothelium. It has a broad spectrum of clinical manifestations. Its four distinct clinical forms are: classic, endemic, iatrogenic and epidemic Kaposi's sarcoma. In non-HIV-associated Kaposi's sarcoma, the disease is typically limited to the lower extremities, but in immunodeficient patients, it is a multifocal systemic disease. The clinical course of the disease differs among patients, ranging from a single or a few indolent lesions to an aggressive diffuse disease. Advanced Kaposi's sarcoma lesions, typically those on the lower extremities, are often associated with lymphedema. In this paper, we report a case of a patient with a rare form of AIDS-associated Kaposi sarcoma called lymphangiectatic Kaposis's sarcoma.O sarcoma de Kaposi é uma neoplasia originária do endotélio linfatico, que apresenta um amplo espectro de manifestações, com quatro formas clínicas: sarcoma de Kaposi clássico, endêmico, iatrogêncio e epidêmico ou associado ao HIV. Em pacientes imunocompetentes, a doença é tipicamente limitada às extremidades. Porém em pacientes imunideprimidos, o sarcoma de Kaposi é uma doença sistêmica multifocal. Apresenta cursos clínicos diferentes, desde simples lesões cutâneas isoladas até lesões agressivas e difusas, com ou sem envolvimento sistêmico. Lesões avançadas de sarcoma de Kaposi, principalmente as localizadas nas extremidades, podem apresentar linfedema. Neste trabalho, reportamos caso de paciente com forma rara de Sarcoma de Kaposi associado a Aids, chamada de sarcoma de Kaposi linfangiectásico.

  18. Censo dos pacientes internados em uma instituição asilar no Estado do Rio de Janeiro: dados preliminares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gomes Maria Paula Cerqueira

    2002-01-01

    Full Text Available O Estado do Rio de Janeiro concentra uma das maiores redes de hospitais psiquiátricos do país, sendo um deles a Casa de Saúde Dr. Eiras/Paracambi (CSDE-P. A atual Assessoria de Saúde Mental da Secretaria de Estado de Saude do Estado do Rio de Janeiro, realizou em fins de 2000, o Censo Clínico e Psicossocial dos Pacientes Internados na CSDE-P. Encontrou uma população de 1494 indivíduos, com predomínio de homens (53,4%, solteiros (81,6%, faixa etária produtiva (66,4% e baixa escolaridade (11,5% com primeiro grau completo ou mais. A maioria tinha um tempo de internação superior/igual a 2 anos (77,6%, recebiam visitas de familiares (60,5% mas não saíam de licença (73,8%. Os diagnósticos predominantes foram as esquizofrenias (53,6% e o retardo mental (26,4%. A principal abordagem terapêutica foi a psiquiátrica (84,1%. Realizavam atividades sistemáticas durante o dia 13,3% dos pacientes, embora cerca de 36% apresentassem bons indicativos de condições de autonomia. A CSDE-P é um macro hospital, onde a maioria dos pacientes encontra-se desterritorializada e com laços sociais precários, exigindo a construção de estratégias de cuidados que levem em conta essa particularidade.

  19. Função renal de pacientes de unidade de terapia intensiva: creatinina plasmática e proteína carreadora do retinol urinário Renal function of intensive care unit patients: plasma creatinine and urinary retinol-binding protein

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Satoko Mizoi

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: A avaliação precoce da disfunção renal usando marcadores usuais não supre uma indicação quer da sensitividade e da especificidade da disfunção renal de pacientes críticos. Seriam desejáveis marcadores mais específicos e sensíveis para a detecção precoce de um processo fisiopatológico renal em fase inicial. A proteína carreadora do retinol urinário poderia ser um método alternativo para avaliação precoce da função renal destes pacientes. MÉTODOS: O estudo acompanhou 100 pacientes em terapia intensiva e avaliou suas variáveis clinicas e laboratoriais, incluindo a dosagem de creatinina plasmática e proteina carreadora do retinol urinário e as variáveis demográficas. RESULTADOS: A amostra foi caracterizada por pacientes geriátricos (63,4±15,6 anos, homens (68%, sendo 53% cirúrgicos. Análise estatística mostrou associação entre creatinina plasmática e as seguintes variáveis: gênero (p=0,026, idade (p=0,038, uso de medicação vasoativa (p=0,003, proteinúria (p=0,025, escore Acute Physiological Chronic Health Evaluation (APACHE II (p=0,000, uréia (p=0,000, potássio (p=0,003 clearance de creatinina estimado (p=0,000. A proteína carreadora do retinol urinário correlacionava-se com outras variáveis: peso usa de ventilação invasiva (p=0,000, uso de medicamentos antinfamatórios não-esteróides (p=0,018, uso de medicação vasoativa (p=0,021, temperatura alta (>37,5ºC (p=0,005, proteinúria (p=0,000, bilirubinúria (p=0,004, fluxo urinário (p=0,019, pressão diastólica mínima (p=0,032, pressão sistólica mínima (p=0,029, APACHE II (p=0.000, creatinina (p=0,001, uréia (p=0,001 e clearance de creatinina estimado (p=0,000. A proteína carreadora do retinol urinário também tende a ser associada com doença renal anterior, vasculopatias e neoplasias. Na análise univariada, a fração de excreção de sódio se correlacionou com creatinina plasmática e proteina carreadora do retinol urin

  20. Suplementação oral com picolinato de cromo em pacientes com diabetes tipo 2: um ensaio clínico randomizado

    OpenAIRE

    Paiva, Ana Nunes

    2015-01-01

    Diante da importância do papel do cromo no mecanismo da sensibilidade à insulina tem sido estudada a suplementação com este mineral em pacientes diabéticos. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da suplementação oral com picolinato de cromo (PicCr) nas concentrações glicêmicas, lipidêmicas, perfil antioxidante e parâmetros antropométricos em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 (DM2) mal controlados(hemoglobina glicada A1c (HbA1c) ≥ 7%). Para tanto, foi conduzido um ensaio clí...

  1. Vacinação em pacientes com diabetes mellitus na atenção primária à saúde: cobertura e fatores associados

    OpenAIRE

    Arrelias, Clarissa Cordeiro Alves; Bellissimo-Rodrigues, Fernando; Lima, Letícia Cristina Lourenço de; Rodrigues, Flávia Fernanda Luchetti; Teixeira, Carla Regina de Sousa; Zanetti, Maria Lucia

    2018-01-01

    RESUMO Objetivo Analisar a cobertura vacinal de pacientes com diabetes mellitus para as vacinas recomendadas pelo Programa Nacional de Imunizações e as variáveis associadas. Método Estudo transversal, com 255 pacientes de unidade básica de saúde, da região sudeste do Brasil, realizado em 2015. Utilizou-se o Sistema Informatizado de Gestão em Saúde para identificação da vacinação contra influenza, pneumococo, hepatite B, febre amarela, sarampo/caxumba/rubéola e difteria/tétano. Realizou-se...

  2. Avaliação molecular do gene WT1 em pacientes pre-puberes com disgenesia gonadal parcial

    OpenAIRE

    Eduardo Becker Tagliarini

    2004-01-01

    Resumo: Em seres humanos, a detenninação do sexo masculino dá-se pela presença de um cromossomo Y que, por meio da expressão do gene SRY, fará com que os primórdios gonadais se diferenciem em testículos. Além do SRY há outros genes envolvidos na detenninação e diferenciação masculina, tal como o WTI, que codifica um fator de transcrição do tipo "zinc-finger", essencial para o desenvolvimento gonadal e renal em mamíferos. Sabe-se que mutações germinativas do gene WTI estão relacionadas à forma...

  3. Comparação entre a prevalência de transtornos mentais em pacientes obesos e com sobrepeso = Comparison between the prevalence of mental disorders in obese and overweight patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verdolin, Louise Deluiz

    2012-01-01

    Conclusões: Transtornos ansiosos foram mais prevalentes em pacientes obesos quando comparados aos pacientes com sobrepeso, alguns transtornos psíquicos associaram-se a obesidade grave e transtornos depressivos foram mais prevalentes em pacientes com circunferência da cintura muito aumentada. Estes resultados reafirmam a importância de considerar a abordagem psiquiátrica no manejo clínico da obesidade

  4. Eventos adversos a antibióticos em pacientes internados em um hospital universitário Adverse events to antibiotics in inpatients of a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela Louro

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Antibióticos são os medicamentos que mais causam eventos adversos, gerando problemas aos pacientes e custos adicionais ao sistema de saúde. Assim, objetivou-se analisar a ocorrência de eventos adversos a antibióticos em pacientes internados em um hospital. MÉTODOS: Realizou-se monitoramento intensivo do uso de antibióticos em pacientes adultos internados no município de Maringá, Paraná, de setembro de 2002 a fevereiro de 2003. Foram pesquisadas variáveis relativas aos medicamentos em uso, em particular aos antibióticos e aos eventos adversos. Com base em critérios para a avaliação do uso correto dos antibióticos, os eventos observados foram classificados como reações adversas, erros de medicação e "quase erros". Para relação de causalidade entre a administração do fármaco e o surgimento dos eventos utilizou-se o algoritmo de Naranjo. RESULTADOS: Foram acompanhados 87 pacientes e identificados 91 eventos adversos, sendo três deles (3,3% reações adversas a medicamentos, sete (7,7% erros de medicação, e 81 (89,0% "quase erros". As reações a medicamentos ocorreram devido ao uso de quinolonas e foram consideradas "prováveis" utilizando-se o algoritmo de Naranjo. Os sete erros de medicação ocorreram devido a quatro prescrições incorretas de dose e três interações medicamentosas. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que a falta de conhecimento do medicamento ou a falta de informação sobre o paciente no momento da prescrição tenham sido os principais fatores envolvidos na ocorrência das reações a medicamentos.OBJECTIVE: Antibiotics are the most common drugs causing adverse events and they lead to problems to patients and additional costs of the health system. The aim of the study was to evaluate the occurrence of adverse events to antibiotics in inpatients of a hospital. METHODS: An extensive drug monitoring was conducted in adult inpatients taking antibiotics in the city of Maringá, Southern

  5. Vena cava filters in cancer patients: experience with 50 patients Filtros de veia cava inferior em pacientes com câncer: experiência em 50 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Eduardo Zerati

    2005-10-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To study the immediate and late results obtained from the implantation of vena cava filters in cancer patients with deep vein thrombosis concomitant with neoplasia. METHODS: This was a retrospective evaluation of 50 patients with an association of cancer and deep venous thrombosis who underwent interruption of the inferior vena cava and the insertion of permanent vena cava filters. The indications for the procedure, filter implantation technique, early and late complications related to the operation, and the clinical evolution were evaluated. RESULTS: The most frequent indication for filter implantation was the contraindication for full anticoagulant treatment (80%. The femoral vein was the preferred access route (86% of the patients. There were no complications related to the surgical procedure. During the follow-up, the following complications were observed: 1 episode of nonfatal pulmonary thromboembolism, 2 cases of occlusion of the inferior vena cava, and 1 case of thrombus retained in the device. Twenty patients (40% died due to progression of the neoplasm. CONCLUSIONS: Interruption of the inferior cava vein using an endoluminal filter is a procedure with a low rate of complications. It is a safe and efficient measure for preventing pulmonary embolism in cancer patients who have deep vein thrombosis of the lower limbs.OBJETIVO: Estudar os resultados imediatos e tardios obtidos com a implantação de filtros de veia cava inferior em pacientes com trombose venosa profunda concomitante a neoplasia. MÉTODOS: Avaliamos retrospectivamente 50 pacientes com câncer e trombose venosa profunda associada submetidos a interrupção de veia cava inferior com filtros intraluminais definitivos. Foram estudados aspectos referentes à indicação do procedimento, à técnica de implante dos dispositivos, complicações precoces e tardias relacionadas à operação e à evolução dos pacientes. RESULTADOS: A indicação mais freqüente para o

  6. Anticorpos antimatriz extracelular e antiaorta em pacientes com arterite de Takayasu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erika Satomi

    2003-06-01

    Full Text Available Os componentes de matriz extracelular têm sido amplamente pesquisados nos últimos anos quanto ao seu papel na patogênese de diversas doenças difusas do tecido conjuntivo e síndromes vasculíticas. No caso da arterite de Takayasu, muito pouco se sabe sobre o assunto e são propostas teorias relacionadas com a participação da imunidade celular ou humoral para explicar a causa desta doença. Neste sentido, avaliamos a imunidade humoral nesta patologia. OBJETIVO: Pesquisar anticorpos contra componentes da matriz extracelular, incluindo a identificação de anticorpos anticolágeno e antiaorta. MÉTODOS: Soros de 13 pacientes com arterite de Takayasu e de 8 pacientes normais foram utilizados para pesquisa de auto-anticorpos anticolágeno tipos I, III, IV e V e antiaorta pelo método ELISA. RESULTADOS: Soros dos pacientes com arterite de Takayasu revelaram-se negativos para colágenos dos tipos III e IV e apenas um paciente apresentou positividade para os tipos I e V, enquanto todos os soros de pacientes com arterite de Takayasu revelaram-se negativos para anticorpos anti-aorta. CONCLUSÕES: Nossos dados demonstraram que as freqüências de anticorpos anticolágenos dos tipos I, III, IV e V não estiveram significativamente aumentadas no soro de pacientes com arterite de Takayasu, assim como os anticorpos antiextrato de aorta, sugerindo que a etiopatogenia desta vasculite esteja possivelmente relacionada com distúrbio da imunidade celular.

  7. Efeitos da injeção subtenoniana posterior de corticóide em pacientes com uveíte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Finamor Luciana Peixoto

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os efeitos da injeção subtenoniana posterior de corticóide (ISPC sobre a pressão intra-ocular (Po e acuidade visual em uma série de pacientes com uveíte. MÉTODOS: Estudo prospectivo de 18 pacientes que foram submetidos à injeção subtenoniana posterior de acetato de triancinolona (Kenalog® 40 mg - 9 pacientes, 14 injeções ou acetato de metilprednisolona (Depomedrol® 40mg - 9 pacientes, 15 injeções para tratamento de inflamação intra-ocular crônica e/ou edema macular cistóide. RESULTADOS: A acuidade visual final melhorou em 92% dos pacientes após a primeira injeção periocular de corticóide. Cinqüenta por cento melhoraram 1 linha e 42% melhoraram pelo menos 3 linhas, sendo que o tempo médio para a melhora foi de 3 semanas. Aumento da pressão intra-ocular ocorreu em 44 % dos pacientes (8 pacientes com média de 31 mmHg, variando de 21 a 38 mmHg. O aumento da pressão intra-ocular foi mais freqüente nos pacientes jovens e nos que receberam Kenalog®, com início, em média, após 2,5 semanas. CONCLUSÃO: Ainjeção subtenoniana de corticóide é uma forma de tratamento eficaz para a baixa acuidade visual secundária a alguns tipos de uveíte, como uveíte intermediária, doença de Behçet, síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada, vasculite retiniana e artrite reumatóide. Porém, pode induzir aumento da pressão intra-ocular em alguns pacientes, especialmente em crianças e jovens.

  8. Repercussão do tratamento hemodialítico na vida dos pacientes com insuficiência renal crônica no Sertão Paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Rozendo Evangelista

    2016-12-01

    Full Text Available A Insuficiência Renal Crônica (IRC é uma doença crônica, progressiva, debilitante, que causa incapacidades e que apresenta alta taxa de mortalidade, sendo que a incidência e prevalência têm aumentado ainda mais na população mundial, relacionada a histórico familiar, sedentarismo, dieta com alto teor de sódio, assim como taxas alteradas de ureia e creatinina, bem como outros fatores que se relacionam com a história clínica e individual. O número de pacientes em tratamento hemodialítico vem aumentando gradualmente ao longo dos anos, sendo a hemodiálise o tratamento mais comum, os pacientes vivenciam mudanças bruscas na sua vida influenciando de forma considerável na qualidade de vida do portador de IRC. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a repercussão do tratamento hemodialítico na vida dos pacientes com Insuficiência Renal Crônica. A pesquisa foi realizada no Centro de Hemodiálise do Hospital Regional de Cajazeiras. Os dados foram coletados após a aprovação do CEP, sob o protocolo nº1.515.907. Para a coleta de dados foi utilizado um roteiro de entrevista semiestruturado contendo informações a respeito de fatores sócios demográficos, bem como questões pertinentes ao tratamento hemodialítico. Os dados qualitativos foram organizados conforme a técnica e análise de dados de LEFEVRE; LEFEVRE e analisados mediante leitura pertinente. A pesquisa seguiu a Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde que trata de pesquisas desenvolvidas com seres humanos. A hemodiálise repercute de forma significativa na vida do portador de DRC, influenciando de várias maneiras desde aspectos clínicos, como social, financeiro e emocional.Impact of hemodialysis in the lives of patients with chronic renal failure in Paraiba HinterlandAbstract Chronic Renal Failure (CRF is a chronic, progressive, debilitating disease which causes disabilities and has a high mortality rate, and the incidence and prevalence have increased

  9. CLASSIFICAÇÃO DE PACIENTES PEDIÁTRICOS EM UM HOSPITAL DE ENSINO DE TERESINA

    OpenAIRE

    Márcia Teles de Oliveira Gouveia; Mônica Cristiane Soares Mendes; Yaciara Pereira de Oliveira Luz; Grazielle Roberta Freitas da Silva

    2010-01-01

    La evaluación minuciosa del estado físico/emocional y el grado de dependencia de enfermería de los niños pueden respaldar una buena planificación de la asistencia, lo cual es posible por medio de sistemas de clasificación. El objetivo fue clasificar y evaluar pacientes pediátricos según el Instrumento de Clasificación de Pacientes Pediátricos (ICPP) y su nivel de dependencia en relación al cuidado de enfermería. Es un estudio descriptivo y exploratorio, con enfoque cuantitativo, realizado en ...

  10. Prevalência de transtornos psiquiátricos em pacientes em hemodiálise no estado da Bahia Prevalence of psychiatric disorders in patients in hemodialysis in the state of Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose A. Moura Junior

    2006-01-01

    Full Text Available INRODUÇÃO: Limitações da qualidade de vida dos pacientes com insuficiência renal crônica (IRC em programa de hemodiálise estão associadas a maior prevalência de transtornos psiquiátricos. O diagnóstico precoce e preciso pode contribuir na elaboração de estratégias de tratamento. OBJETIVO: Estudar a prevalência e o padrão dos transtornos psiquiátricos em pacientes hemodialisados, identificando variáveis relacionadas com sua ocorrência. MÉTODOS: Foram estudados 244 pacientes e analisadas as variáveis associadas à ocorrência de transtornos psiquiátricos. Os pacientes foram avaliados através do Mini-International Neuropsychiatric Interview (MINI. RESULTADOS: Pelo menos um diagnóstico psiquiátrico foi apresentado por 91 pacientes (37,3%. Os de ocorrência mais freqüente foram distimia (17,6%, risco de suicídio (16,4% e episódio depressivo maior (8,6%. O sexo feminino apresentou maior risco de transtornos psiquiátricos (razão de chance [RC] = 2,77; intervalo de confiança [IC] 95%: 1,42-5,41. Os pacientes viúvos, separados e solteiros apresentaram maior risco de transtornos psiquiátricos do que os casados (RC= 5,507;IC95%:1,348-22,551. Aqueles com menos de dois anos em diálise apresentaram risco maior (RC = 2,075; IC 95%: 1,026-4,197. Os pacientes com clearance fracional de uréia (Kt/V abaixo de 0,9 tiveram maior chance de apresentar transtornos psiquiátricos (RC = 3,955; IC 95%: 1,069-11,012. CONCLUSÕES: A prevalência de transtornos psiquiátricos foi alta. Os transtornos afetivos foram os mais freqüentes. Nas mulheres e naqueles com Kt/V baixo, o risco foi maior. Nos pacientes casados e naqueles com mais de dois anos em tratamento o risco foi menor.INTRODUCTION: Limiting factors of dialysis patients' quality of life are associated with high rates of psychiatric disease. Since effective treatment of psychiatric diseases can positively affect dialysis patients' prognosis and survival, there is a need for an

  11. Nefrectomia videolaparoscópica em Graxaim-do-campo (Pseudalopex gymnocercus com displasia renal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João P.S. Feranti

    2014-08-01

    Full Text Available Graxains-do-campo habitam o centro-leste da América do Sul, desde o sudeste do Brasil e leste da Bolívia. A displasia renal compreende um espectro de anomalias e é frequentemente relatada em cães de diversas raças, sendo a maioria dos relatos achados de necropsia. A maior parte das doenças renais congênitas nos cães apresenta caráter progressivo, portanto o tratamento é limitado e direcionado a fim de retardar a progressão da doença renal estabelecida. No presente relato é descrita a realização de nefrectomia laparoscópica em graxaim-do-campo (Pseudalopex gymnocercus com displasia renal. Suspeitou-se de doença no rim direito por meio de ultrassonografia e urografia excretora. Para o procedimento cirúrgico foram utilizados três portais (10, 10, 5mm, endoscópio rígido de 10mm/0(0 e clipes para hemostasia dos vasos renais. A técnica cirúrgica utilizada neste canídeo selvagem foi semelhante à usada em cão doméstico, devido à escassez de relatos em cirurgias em graxaim e a inexistência de descrições de nefrectomia videolaparoscópica em graxaim-do-campo. O animal foi acompanhado por um período de 30 dias pós-cirurgia sem a ocorrência de complicações. O presente relato demonstra que a técnica proposta foi adequada para a realização de nefrectomia videolaparoscópica em Graxaim-do-campo.

  12. Escore US7 modificado na avaliação de sinovite em pacientes com artrite reumatoide inicial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alexandre Mendonça

    2014-07-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o escore US7 modificado (escore MUS7 SIN na avaliação de pacientes com artrite reumatoide inicial (ARI. Além disso, foram examinados recessos dorsais e palmares dos punhos, bem como pequenas articulações das mãos e dos pés, para o diagnóstico de sinovite, mediante uma avaliação global das articulações. Métodos: A amostra do estudo compreendeu 32 pacientes tratados para artrite, com 13 meses como duração média da doença. Foi utilizado um aparelho de ultrassonografia (US com transdutor de alta frequência. As mãos dos participantes também foram radiografadas e analisadas pelo escore de Larsen. Resultados: Nas 832 articulações examinadas, detectou-se sinovite em 173 (20,79%, tenossinovite em 22 (4,91% e erosões em três (1,56%. A sinovite foi predominantemente detectada no recesso dorsal (73,38% das articulações MCF e IFP, quando comparado com o recesso palmar (26%. A presença de sinovite nas articulações avaliadas teve correlação com os resultados clínicos (HAQ-DI, DAS28, laboratoriais (anti-PCC, FR, PCR e ultrassonográficos (r = 0,37 a r = 0,42; p = 0,04 a p = 0,003. Encontramos correlação do escore MUS7 SIN para US na técnica da escala de cinzas (gray scale ou na técnica de Doppler de amplitude (power Doppler com os valores do instrumento DAS28 (PCR (r = 0,38; p = 0,0332 e com os resultados da PCR (r = 0,39; p = 0,0280, respectivamente. Conclusão: O recesso dorsal, o punho e as pequenas articulações podem ser considerados como locais importantes para a detecção de sinovite pelo escore MUS7 SIN em pacientes com ARI.

  13. Cultura de segurança do paciente em instituições hospitalares na perspectiva da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greice Letícia Toso

    Full Text Available RESUMO Objetivo Avaliar o clima de segurança do paciente na perspectiva dos profissionais de enfermagem atuantes em hospitais no interior do Estado do Rio Grande do Sul. Métodos Estudo transversal, com 637 profissionais de enfermagem de duas instituições hospitalares. Coleta de dados pelo Questionário de Atitude de Segurança, Safety Atitudes Questionnaire, no segundo semestre de 2014. Ponto de corte para avaliação positiva foi ≥75 pontos. Resultados Os escores por domínios na avaliação geral foram: 76 (clima de trabalho em equipe, 73 (clima de segurança, 88 (satisfação no trabalho, 59 (percepção do estresse, 66 (percepção da gerência da unidade, 65 (percepção da gerência do hospital e 80 (condições de trabalho. Ao comparar médias entre as instituições, evidenciaram-se melhores condições de trabalho na instituição privada. Conclusões Os resultados podem servir para o planejamento e a organização das ações, tendo em vista os baixos escores em relação ao clima de segurança, gerência e percepção de estresse.

  14. Universal isolation precautions for patients at an academic hospital Precauciones universales en el aislamiento de pacientes en un hospital universitario Precauções universais em isolamentos de pacientes em hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Gomes Maziero

    2012-01-01

    .OBJETIVO: Utilizar as precauções universais pela equipe de Enfermagem em isolamento de pacientes em Hospital Universitário. MÉTODOS: Estudo descritivo, prospectivo. Foram utilizados dados da Assessoria de Controle de Qualidade da Assistência de Enfermagem, correspondentes aos relatórios das observações das precauções universais em isolamento de pacientes em duas unidades de internação Médica - Cirúrgica, no período entre 2008 e 2010. RESULTADOS: As duas unidades da instituição apresentaram média geral de classificação, da análise observacional de precaução universal, entre desejável e adequada, sendo limítrofe apenas em novembro de 2008 na unidade Médica-Cirúrgica Masculina. As unidades avaliadas, quanto à adesão às precauções universais, apresentaram comprometimento com biossegurança, e os dados exibidos mostraram-se melhores a cada ano descrito. CONCLUSÃO: A participação ativa do enfermeiro responsável pela unidade é importante na prevenção e controle de infecções hospitalares.

  15. Molecular analysis of the <em>SGLT2em> gene in patients with renal glucosuria

    DEFF Research Database (Denmark)

    Santer, René; Kinner, Martina; Lassen, Christoph L.

    2003-01-01

    The role of SGLT2 (the gene for a renal sodium-dependent glucose transporter) in renal glucosuria was evaluated. Therefore, its genomic sequence and its intron-exon organization were determined, and 23 families with index cases were analyzed for mutations. In 21 families, 21 different SGLT2 mutat...

  16. A serological study of cysticercosis in patients with HIV Estudo sorológico da cisticercose em pacientes com HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Subhash Chandra Parija

    2009-08-01

    Full Text Available Neurocysticercosis (NCC has attained the importance of one of the most common cause of focal brain lesions in patients infected with HIV (human immunodeficiency virus. Adequate data regarding the rate of this co-infection is lacking. Therefore, the present study was carried out to determine the prevalence of cysticercosis among HIV patients residing in Puducherry or its neighboring districts of Tamil Nadu State, India. A total of one hundred blood samples were collected from HIV seropositive cases visiting JIPMER hospital, Puducherry, between June 2007 and May 2008. Enzyme immunotransfer blot (EITB and enzyme linked immunosorbent assay (ELISA were used to demonstrate anti- T. solium larval stage antibodies and Co-agglutination (Co-A test was used to detect T. solium larval stage antigens in sera. Two HIV seropositive cases were found positive for anti-T. solium larval stage antibody by EITB and four were positive by ELISA. Only one sample was positive by both EITB and ELISA. No serum sample was found positive for T. solium larval stage antigen by Co-A test. The overall seropositivity detected by all the methods was 5% in this study group. The accurate clinical diagnosis of NCC in HIV is difficult due to deranged immunological parameters in the HIV infected patients. The results of this study provides important data on the prevalence of cysticercosis in HIV positive patients in Puducherry and neighboring areas which was previously unknown. This study will also increase awareness among physicians and public health agencies about T. solium cysticercosis in the selected group.Neurocisticercose (NCC tem alcançado a importância de uma das mais comuns causas de lesões focais no cérebro em pacientes infectados pelo HIV (vírus da imunodeficiência adquirida. Dados adequados relativos à frequencia desta co-infecção estão faltando. Portanto, o presente estudo foi realizado para determinar a prevalência da cisticercose entre pacientes com HIV

  17. Impacto do uso de psicotrópicos na dispersão do intervalo QT em pacientes adultos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno de Queiroz Claudio

    2014-06-01

    Full Text Available Fundamento: A dispersão do intervalo QT induzida por fármacos tem sido associada a arritmias ventriculares potencialmente fatais. Pouco se conhece sobre o uso de psicotrópicos, isolados ou em combinação com outros fármacos, na dispersão do QT. Objetivo: Avaliar o impacto do uso psicotrópicos na dispersão do intervalo QT em pacientes adultos. Métodos: Estudo de coorte observacional, envolvendo 161 pacientes hospitalizados em um departamento de emergência de hospital terciário, estratificados em usuários e não usuários de psicotrópicos. Dados demográficos, clínicos, laboratoriais e de fármacos em uso foram coletados à admissão, bem como o eletrocardiograma de 12 derivações, com a mensuração do intervalo e da dispersão do QT. Resultados: A dispersão do intervalo QT foi significativamente maior no grupo de usuário de psicotrópicos comparado ao grupo não usuário (69,25 ± 25,5 ms vs. 57,08 ± 23,4 ms; p = 0,002. O intervalo QT corrigido pela fórmula de Bazzett também se mostrou maior no grupo de usuário de psicotrópicos, com significância estatística (439,79 ± 31,14 ms vs. 427,71 ± 28,42 ms; p = 0,011. A análise por regressão linear mostrou associação positiva entre o número absoluto de psicotrópicos utilizados e a dispersão do intervalo QT, com r = 0,341 e p < 0,001. Conclusão: Na população amostral estudada, o uso de psicotrópicos se mostrou associado ao aumento da dispersão do intervalo QT, e esse incremento se acentuou em função do maior número de psicotrópicos utilizados.

  18. Oral findings in patients with Apert Syndrome Achados bucais em pacientes com Síndrome de Apert

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele da Silva Dalben

    2006-12-01

    ção ectópica dos primeiros molares permanentes superiores e alterações de tecido mole, em indivíduos com síndrome de Apert. MATERIAIS E MÉTODOS: exame clínico e radiográfico de nove pacientes com síndrome de Apert, de 6 a 15 anos de idade, não anteriormente submetidos a tratamento ortodôntico ou ortognático. RESULTADOS: anomalias dentárias estavam presentes em todos os pacientes, com uma a oito anomalias por indivíduo. As anomalias mais freqüentes foram agenesia dentária, principalmente afetando os caninos superiores, e opacidades de esmalte (44,4% para ambos. Foi observada irrupção ectópica dos primeiros molares superiores em 33,3% dos pacientes; foram observados aumentos volumétricos laterais da mucosa palatina em 88,8% dos pacientes. CONCLUSÕES: a ocorrência de aumentos volumétricos laterais típicos da mucosa palatina concorda com a literatura. A alta prevalência de anomalias dentárias e irrupção ectópica pode sugerir uma possível relação etiológica com a síndrome.

  19. Complicações orbitárias em pacientes com sinusite aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Voegels Richard Louis

    2002-01-01

    Full Text Available Introdução: As complicações orbitárias das sinusites permanecem como tópico importante dentro da otorrinoloringologia, a despeito do decréscimo de sua prevalência observado após o advento da antibioticoterapia. Objetivo: Tendo por objetivo determinar as características clínicas e terapêuticas nos casos de sinusites complicadas. Forma de estudo: Clínico prospectivo randomizado. Material e método: Realizamos um estudo retrospectivo de 128 pacientes internados nos últimos 15 anos na Divisão de Clínica Otorrinolaringológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. A maior parte destes pacientes eram crianças ou adultos jovens (82,81% dos pacientes tinham menos de 30 anos de idade e 57,81% eram do sexo masculino. Todos os pacientes apresentaram evolução satisfatória, sem seqüelas tardias. Conclusão: Observamos que o diagnóstico precoce destas patologias é importante, bem como o é a instituição de terapêutica adequada e agressiva (clínica ou cirúrgica. É a ação conjunta destes dois fatores que irá promover uma diminuição da morbimortalidade destas afecções.

  20. Burkitt's lymphoma of the duodenum in a patient with AIDS Linfoma de Burkitt do duodeno em um paciente com AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Corti

    2007-06-01

    Full Text Available Non-Hodgkin's lymphoma of B-cell type is the second most common neoplasm after Kaposi's sarcoma, among patients with human immunodeficiency virus infection. Most non-Hodgkin's lymphoma cases that are associated with acquired immunodeficiency syndrome involve extranodal sites, especially the digestive tract and the central nervous system. We report a case of primary lymphoma of the duodenum in a patient with AIDS. Upper gastrointestinal endoscopy revealed pseudopolypoid masses found in the second portion of the duodenum. A complete diagnostic study including histological, immunohistochemical and virological analyses showed high-grade B-cell Burkitt's lymphoma. The Epstein-Barr virus genome was detected in biopsies by immunohistochemical and in situ hybridization.O linfoma não-Hodgkin de células B é a segunda neoplasia mais comum em pacientes com infecção pelo vírus da imunodeficiência humana depois do sarcoma de Kaposi. A maioria dos casos de linfoma não-Hodgkin associados com a síndrome da imunodeficiência adquirida envolve locais extraganglionares, especialmente o trato digestivo e o sistema nervoso central. Nós relatamos um caso de linfoma primário do duodeno em um paciente com AIDS. Uma endoscopia digestiva alta mostrou massas pseudopolipóides encontradas na segunda porção do duodeno. Um estudo diagnóstico completo incluindo exames histológicos, imunohistoquímicos e virológicos mostrou um linfoma de células B tipo Burkitt. Detectou-se genoma do vírus Epstein-Barr em biópsias por hibridização in situ e imuno-histoquímica.

  1. Constipação intestinal em pacientes tratados com opioides: uma revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martiniano Bezerra de Lima

    2017-06-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar na literatura o impacto da constipação intestinal induzida por opioides (CIO por meio da identificação dos seus fatores de risco, sintomas e tratamentos. Métodos: Realizou-se, entre fevereiro e março de 2016, um levantamento de publicações científicas nas bases de dados eletrônicas Biblioteca Virtual em Saúde (BVS, Scientific Electronic Library Online (SciELO, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE, pesquisadas por meio dos descritores “analgésicos opioides”, “constipação intestinal” e “dor”, apresentados nos idiomas inglês, português e espanhol, correlacionados ou isolados, no período de 2011 a 2016, que investigassem pacientes em tratamento da dor com uso contínuo de medicamentos opioides e com desfecho clínico de constipação intestinal. Resultados: Os estudos apontaram a constipação intestinal como principal efeito secundário ao uso de opioides, os quais são muito importantes para o controle da dor de origem oncológica, assim como identificaram os fatores de risco para o surgimento da doença. Além disso, pacientes que foram bem assistidos por profissionais de saúde apresentaram melhor adesão ao tratamento da CIO. Conclusão: O controle da CIO proporciona conforto abdominal, autocuidado e redução nos custos do tratamento, ressaltando que deve haver capacitação dos profissionais de saúde, prevenção e acompanhamento periódico, além da precocidade dos tratamentos dietoterápico e medicamentoso.

  2. Mutação BRAF em pacientes idosos submetidos à tireoidectomia BRAF mutation in the elderly submitted to thyroidectomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Augusto T. Bertelli

    2013-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a frequência da mutação V600E do gene BRAF em pacientes com mais de 65 anos de idade submetidos à tireoidectomia, correlacionando sua presença ou ausência com as diferentes lesões histológicas, com as variantes e com fatores prognósticos do carcinoma papilífero. MÉTODOS: Foram avaliados 85 pacientes com mais de 65 anos de idade submetidos à tireoidectomia, analisando a mutação BRAF V600E através de reação de PCR-RT realizada após a extração do DNA dos blocos de parafina. RESULTADOS: Detectou-se ausência ou presença da mutação BRAF V600E em 47 pacientes (55,3%. Entre os 17 carcinomas papilíferos estudados, sete apresentavam a mutação (41,2%. Demonstrou-se associação estatística entre a presença desta mutação e a variante clássica do carcinoma papilífero, além de tendência de associação com o extravasamento tireoideano. CONCLUSÃO: A mutação BRAF nos pacientes idosos também é exclusiva do carcinoma papilífero e tem frequência expressiva. Além disso, está relacionada à variante clássica e, possivelmente, ao extravasamento tireoideano.OBJECTIVE: To evaluate the frequency of the BRAF V600E mutation in patients over 65 years of age undergoing thyroidectomy, correlating its presence or absence with the different histologic lesions, their variants and with prognostic factors of papillary carcinoma. METHODS: We evaluated 85 patients over 65 years of age who underwent thyroidectomy, analyzing the BRAF V600E mutation by RT-PCR performed after DNA extraction from the paraffin blocks. RESULTS: The study detected the presence or absence of BRAF V600E mutation in 47 patients (55.3%. Among the 17 papillary carcinomas studied, seven had the mutation (41.2%. There was a statistical association between the presence of this mutation and the classic variant of papillary carcinoma, and a trend of association with thyroid extravasation. CONCLUSION: BRAF mutation in the elderly is also exclusive of

  3. EFEITOS DO TREINAMENTO AERÓBICO E DO FORTALECIMENTO EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Calegari

    Full Text Available RESUMO Introdução: A intolerância ao exercício e a dispneia são os principais sintomas da insuficiência cardíaca (IC. Objetivo: Avaliar os efeitos de um programa de exercícios aeróbicos e de fortalecimento sobre a aptidão cardiorrespiratória, o pico de torque dos flexores e extensores de joelho e a qualidade de vida de pacientes com IC. Métodos: Estudo prospectivo, com avaliação pré e pós-reabilitação cardiovascular (RCV de sete pacientes, com idade de 61 ± 6 anos, classe funcional II e III e fração de ejeção do ventrículo esquerdo 45,4 ± 2,3%. O programa de RCV consistiu em 24 sessões de 60 minutos com treinamento aeróbico na intensidade do limiar de anaerobiose (LA e fortalecimento dos membros inferiores usando caneleiras de 3 a 5 kg. No início e após RCV os pacientes realizaram prova de esforço, dinamometria isocinética do joelho dominante e responderam o questionário WHOQOL-bref. Resultados: Após RCV, o tempo de exercício para atingir o LA foi atrasado (p= 0,04 e houve aumento significativo no consumo de oxigênio (VO2 (p < 0,01, da frequência cardíaca (FC (p= 0,04, pulso de oxigênio (VO2/FC (p = 0,02 e ventilação (VE (p = 0,01 na intensidade do LA. Houve aumento do pico de torque dos músculos extensores de joelho (p = 0,02 e melhora significativa do domínio psicológico (p = 0,04 do questionário de qualidade de vida. Conclusão: O programa de RCV foi seguro e resultou em melhora do desempenho de exercícios submáximos, da força dos músculos extensores de joelho e da qualidade de vida de pacientes com IC.

  4. Efeito da estimulação elétrica nervosa transcutânea no tratamento da dor no ombro de pacientes com doença renal crônica: relato de casos Effect of transcutaneous electrical nerve stimulation in the treatment of pain in the shoulder of patients with chronic kidney disease: a two-case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Ribeiro Bertoli

    2009-09-01

    Full Text Available A doença renal crônica (DRC pode causar muitas complicações clínicas associadas ao tempo de diálise. A amiloidose é uma dessas complicações e pode levar à dor no ombro, comum em pacientes com DRC. Só foram encontrados na literatura relatos de tratamento cirúrgico e/ou medicamentoso para esse tipo de dor. O objetivo aqui foi avaliar o benefício da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS no tratamento da dor no ombro devida à amiloidose em pacientes com DRC. Duas pacientes foram avaliadas quatro vezes num período de três meses. Na avaliação inicial as pacientes foram orientadas e receberam um aparelho de TENS para uso domiciliar (10Hz, 150 µs, duas vezes por dia, por 40 minutos durante três meses. A dor foi avaliada utilizando-se uma escala visual analógica e o questionário de dor de Wisconsin. Os resultados mostram que o tratamento com TENS reduziu a dor no ombro em ambas as pacientes. O tratamento com a TENS pode pois ser eficaz em reduzir a dor no ombro em pacientes com DRC.Chronic kidney disease (CKD may bring about several clinical complications associated to long-term dialysis. Amyloidosis is one of such complications and may lead to shoulder pain, common among CKD patients, for which no studies could be found in literature on the use of transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS - only surgical and medicine treatments are reported. The purpose here was to assess benefits of TENS in treating shoulder pain due to amyloidosis in patients with CKD. Two female patients were assessed four times in a three-month period. At the initial evaluation, patients were guided as to its use and given a TENS device for use at home (10 Hz, 150 µs, twice a day, for 40 minutes for three months. Pain was assessed by means of a visual analog scale and of the Wisconsin brief pain questionnaire. Results show that TENS reduced shoulder pain in both patients. Treatment with TENS may hence be effective in reducing shoulder

  5. Capnografia volumétrica como meio de detectar obstrução pulmonar periférica precoce em pacientes com fibrose cística

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ângela G. O. Ribeiro

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a espirometria e a capnografia volumétrica (CapV para determinar se os valores amostrados pela capnografia acrescentam informações sobre doenças pulmonares precoces em pacientes com fibrose cística (FC. MÉTODOS: Este foi um estudo do tipo corte transversal envolvendo pacientes com FC: Grupo I (42 pacientes, 6-12 anos de idade e Grupo II (22 pacientes, 13-20 anos de idade. Os grupos controle correspondentes eram formados por 30 e 50 indivíduos saudáveis, respectivamente. A capacidade vital forçada (CVF, o volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1 e a relação VEF1/CVF foram determinados pela espirometria. Através da CapV, medimos a saturação periférica de oxigênio (SpO2, a frequência respiratória (FR, o tempo inspiratório (TI, o tempo expiratório (TE e o slope da fase III normalizado pelo volume corrente (slope da fase III/Vc. RESULTADOS: Em comparação com os grupos controle, todos os pacientes com FC apresentaram valores de slope da fase III/Vc (p < 0,001 mais altos independentemente do estágio de doença pulmonar. O slope da fase III/Vc foi significantemente mais alto nos 24 pacientes que tiveram resultados normais de espirometria (p = 0,018. Os pacientes do Grupo II apresentaram valores de CVF, VEF1, VEF1/CVF (p < 0,05 e SpO2 (p < 0,001 mais baixos que os pacientes do Grupo I. Os pacientes do Grupo II, comparados com os do Grupo Controle II, apresentaram FR (p < 0,001 mais alta e valores de TI e TE (p < 0,001 mais baixos. CONCLUSÕES: Todos os pacientes com FC mostraram ter valores mais altos de slope da fase III/Vc quando comparados com os pacientes dos grupos controle. A CapV identificou a heterogeneidade da distribuição da ventilação nas vias aéreas periféricas dos pacientes com FC que apresentaram espirometria normal.

  6. Reativação da infecção por Trypanosoma cruzi em paciente com síndrome de imunodeficiência adquirida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Galhardo Maria Clara Gutierrez

    1999-01-01

    Full Text Available Uma paciente com síndrome de imunodeficiência adquirida (SIDA e doença de Chagas, com xenodiagnóstico positivo, estava em uso prolongado de cetoconazol com o objetivo de suprimir a parasitemia e prevenir a reativação da doença de Chagas. O cetoconazol foi suspenso inadvertidamente após 6 meses de uso. Um mês após, a paciente foi internada com febre, cefaléia, vômitos, taquicardia e hepatoesplenomegalia. Tanto o xenodiagnóstico como o exame de sangue a fresco demonstraram a presença de Trypanosoma cruzi. O tratamento com benzonidazol foi instituído, com supressão da parasitemia. A paciente desenvolveu concomitantemente uma provável neurotoxoplasmose, evoluindo para o óbito em septicemia. À necropsia, não foram encontrados parasitas.

  7. Classificação de pacientes atendidos em uma unidade de hemodinâmica segundo o grau de dependência dos cuidados de enfermagem

    OpenAIRE

    Hammermüller, Aline; Silva, Eneida Rejane Rabelo da; Goldmeier, Sílvia; Azzolin, Karina de Oliveira

    2008-01-01

    Objetivo: Classificar pacientes em uma unidade de hemodinâmica segundo o grau de dependência dos cuidados de enfermagem. Métodos: Estudo transversal, realizado em junho/2005 na hemodinâmica de um hospital universitário. A coleta de dados foi na primeira hora pós-procedimento, com o instrumento de classificação de pacientes de Perroca. Resultados: Dos 164 pacientes, 52% eram do sexo feminino, com média de idade de 60 ± 14,8 anos. O escore médio da classificação foi de 31,9 ± 4,8 pontos, catego...

  8. Efeito da dieta com restrição de lactose em pacientes com síndrome do intestino irritável

    OpenAIRE

    Marília Pinheiro César

    2013-01-01

    Introdução: A má digestão de lactose detectada por testes respiratórios é bastante comum em pacientes com síndrome do intestino irritável (SII), e alguns pacientes com SII referem exacerbar seus sintomas após a ingestão de leite e produtos lácteos. A fim de uma melhor percepção sobre este tema, este trabalho investigou os efeitos da dieta isenta de lactose em pacientes com SII e teste respiratório de hidrogênio para avaliação da digestão de lactose normal ou anormal. Objetivo: Avaliar os efei...

  9. Epilepsy in patients with psychogenic non-epileptic seizures Epilepsia em pacientes com crises não epilépticas psicogênicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Luiz Marchetti

    2010-04-01

    Full Text Available The aim of this study was to evaluate the frequency of epilepsy in patients who presented psychogenic non-epileptic seizures (PNES. The evaluation was carried out during intensive VEEG monitoring in a diagnostic center for epilepsy in a university hospital. The difficulties involved in reaching this diagnosis are discussed. Ninety-eight patients underwent intensive and prolonged video-electroencephalographic (VEEG monitoring; out of these, a total of 28 patients presented PNES during monitoring. Epilepsy was defined as present when the patient presented epileptic seizures during VEEG monitoring or when, although not presenting epileptic seizures during monitoring, the patient presented unequivocal interictal epileptiform discharges. The frequency of epilepsy in patients with PNES was 50% (14 patients. Our findings suggest that the frequency of epilepsy in patients with PNES is much higher than that of previous studies, and point out the need, at least in some cases, for prolonging the evaluation of patients with PNES who have clinical histories indicating epilepsy.O objetivo deste estudo foi avaliar a frequência de epilepsia em pacientes que apresentaram crises não epilépticas psicogênicas (CNEP. Isto foi realizado durante monitoração intensiva por video-EEG num centro diagnóstico de epilepsia em um hospital universitário. As dificuldades envolvidas para se chegar a este diagnóstico são discutidas. Noventa e oito pacientes foram submetidos a monitoração intensiva por video-EEG; 28 destes pacientes apresentaram CNEP durante a monitoração. Epilepsia foi considerada presente quando o paciente apresentou crises epilépticas durante a avaliação pelo video-EEG ou quando, apesar da não ocorrência de crises epilépticas durante a avaliação, descargas epilépticas interictais inequívocas estavam presentes. A frequência de epilepsia em pacientes com CNEP foi 50% (14 pacientes. Nossos achados sugerem que a frequência de epilepsia em

  10. "Aprende a cuidar a tus riñones y ellos cuidaran de ti". Programa de educación para la salud dirigido a pacientes con Insuficiencia Renal Crónica (IRC)

    OpenAIRE

    Niso Andrade, Rebeca

    2016-01-01

    La Enfermedad renal crónica (ERC) es una enfermedad crónica que avanza progresivamente. Según la tasa de filtrado glomerular (TFG), se pueden diferenciar 5 estadios dentro de la enfermedad. En el estadio 5, ya es demasiado tarde para trabajar desde la prevención, ya que la TFG, y con ella la función renal, ha disminuido tanto que la supervivencia de los pacientes entra en juego y es necesario iniciar una terapia renal sustitutiva, diálisis o trasplante renal. Los estadios 3 y 4...

  11. Localizacao de glandulas paratireoides ectopicas e supranumerarias em pacientes com hiperparatireoidismo secundario e terciario: descricao cirurgica e correlacao com ultrassonografia e cintilografia Tc99m-Sestamibi pre-operatorios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose Santos Cruz de Andrade

    2014-01-01

    Full Text Available Introdução: O hiperparatireoidismo é uma consequência metabólica esperada na doença renal crônica (DRC. Paratireoides (PT ectópicas e/ou supranumerárias podem ser causa de falha cirúrgica nos pacientes submetidos à paratireoidectomia total (PTX. Objetivo: Definir cirurgicamente a localização das PT, em pacientes com hiperparatireoidismo associado à DRC, e correlacionar esses achados com os exames pré-operatórios. Materiais e métodos: Foi conduzido um estudo retrospectivo com 166 pacientes submetidos à PTX. A localização das PT no intraoperatório foi registrada, sendo classificada como tópica ou ectópica. A localização pré-operatória, definida pela ultrassonografia (USG e pela cintilografia Tc99m-Sestamibi (MIBI, foi comparada com aos achados cirúrgicos. Resultados: Nos 166 pacientes, foram identificadas 664 PT. Foram classificadas como tópicas e ectópicas 577 (86,4% e 91(13,6% glândulas, respectivamente. Oito PT supranumerárias foram encontradas (7 tópicas e 1 ectópica. As localizações mais comuns de PT ectópicas foram as regiões retroesofágica e tímica. Associadas, a USG e a MIBI não identificaram 56 glândulas (61,5% ectópicas. Entretanto, a MIBI foi positiva para 69,7% daquelas localizadas nas regiões tímicas e mediastinal. Conclusão: A presença de glândulas ectópicas e supranumerárias em pacientes com hiperparatireoidismo associado à DRC é significativa. Os exames de imagem pré-operatórios não localizaram a maioria das glândulas ectópicas. A MIBI pode ter importância na identificação de PT nas regiões tímica e mediastinal.

  12. Retocele posterior em paciente do sexo masculino: qual o significado Posterior rectocele in a male patient: what does it mean?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Soares Campos

    2008-12-01

    Full Text Available A retocele é uma projeção sacular anormal da parede retal, de etiologia multifatorial e uma causa muito significativa de sintomas anorretais como plenitude retal, sensação de peso anal durante a defecação, evacuação incompleta e dor retoanal. Muito tem se discutido sobre retoceles em mulheres, mas poucas publicações têm mencionado a presença de retocele em pacientes do sexo masculino e somente um artigo discute os detalhes da retocele em homens com distúrbios de defecação. A retocele posterior em homens, em especial, é uma disfunção incomum e possivelmente apresenta como causas a constipação intestinal, o esforço evacuatório longo e excessivo, a síndrome do descenso perineal, a fraqueza do assoalho pélvico e a contração paradoxal do músculo puborretal. É apresentado o caso de um paciente com história de dor anorretal crônica e defecação obstruída associadas à retocele posterior, doença hemorroidária, prolapso e intussuscepção retal.Rectocele is an abnormal sac-like projection of the rectum wall with multiple etiologies and an important cause of anorectal symptoms like rectoanal weight sensation during evacuation, incomplete evacuation and anorectal pain. Many reports have discussed rectoceles in women, but few have mentioned rectoceles in male patients and only one report has discussed the details of rectoceles in men with defecation disorders. Posterior rectocele in men, in particular, is an unusual disturb and possible causes are intestinal constipation, long and excessive straining, descending perineum syndrome, weakness of the pelvic floor and puborectalis muscle syndrome. We report a case of a male patient with chronic anorectal pain and outlet obstruction associated with posterior rectocele, hemorrhoidal disease, rectal mucous prolapse and intussusception.

  13. Avaliação do cuidado prestado a pacientes diabéticos em nível primário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane B. Araújo

    1999-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever características de pacientes diabéticos acompanhados em um posto de atenção primária à saúde. MÉTODOS: Estudo transversal. Rastrearam-se 3.024 prontuários de família, em busca de pacientes com 30-75 anos, com diagnóstico de diabetes, atendidos nos últimos cinco anos. Os pacientes detectados foram entrevistados em seus domicílios, e compareceram ao posto para o exame físico e requisição para dosagem da hemoglobina glicosilada. RESULTADOS: A prevalência de diabetes foi de 4,2%. A maioria eram mulheres brancas, ±50 anos de idade, com renda familiar mensal <= 3 salários-mínimos. Menos de um terço seguia dieta; e, apenas um quinto fazia exercícios regulares. Cerca de 70% estavam em uso de hipoglicemiantes orais ou insulina. Dos que fizeram o exame (adesão de 70%, a maioria apresentou níveis normais ou aceitáveis de glicemia. CONCLUSÕES: Maior esforço deve ser dispendido pelas equipes de saúde de forma a promover a adesão dos pacientes diabéticos à dieta e ao exercício.

  14. Risco nutricional em pacientes adultos e idosos de um hospital do sul do Brasil = Nutritional risk in elderly and adult patients of a hospital in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabbardo, Renata Araujo Rodrigues

    2014-01-01

    Conclusões: Observou-se elevada proporção de pacientes em risco nutricional, sendo a redução na ingestão alimentar na última semana a variável que mais contribuiu para dar sequência à segunda etapa do processo de triagem nutricional

  15. Avaliação do cuidado prestado a pacientes diabéticos em nível primário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araújo Rejane B.

    1999-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever características de pacientes diabéticos acompanhados em um posto de atenção primária à saúde. MÉTODOS: Estudo transversal. Rastrearam-se 3.024 prontuários de família, em busca de pacientes com 30-75 anos, com diagnóstico de diabetes, atendidos nos últimos cinco anos. Os pacientes detectados foram entrevistados em seus domicílios, e compareceram ao posto para o exame físico e requisição para dosagem da hemoglobina glicosilada. RESULTADOS: A prevalência de diabetes foi de 4,2%. A maioria eram mulheres brancas, ±50 anos de idade, com renda familiar mensal <= 3 salários-mínimos. Menos de um terço seguia dieta; e, apenas um quinto fazia exercícios regulares. Cerca de 70% estavam em uso de hipoglicemiantes orais ou insulina. Dos que fizeram o exame (adesão de 70%, a maioria apresentou níveis normais ou aceitáveis de glicemia. CONCLUSÕES: Maior esforço deve ser dispendido pelas equipes de saúde de forma a promover a adesão dos pacientes diabéticos à dieta e ao exercício.

  16. Manifestações orais em pacientes com AIDS em uma população brasileira Oral manifestations in HIV - infected patients in a Brazilian population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lélia Batista de SOUZA

    2000-03-01

    Full Text Available Foram analisados l00 pacientes HIV+/AIDS no Hospital Giselda Trigueiro - Natal/RN, Brasil no período de l996-97 quanto a presença de manifestações orais nestes pacientes. Setenta e quatro pacientes eram do sexo masculino e 26 do feminino. A idade média dos pacientes do sexo masculino foi 40 anos, variando de 24 a 67 anos e no feminino 29,8 anos variando de 17 a 48 anos. As manifestações orais mais freqüentes foram candidíase (homens - 79,7%; mulheres - 80,7%, gengivite e periodontite (homens - 79,7%; mulheres - 73,0%, leucoplasia pilosa (homens - 6,7%; mulheres - 3,8%, herpes labial (homens - 5,4%; mulheres - 7,6%, sarcoma de Kaposi (homens - 6,7%.Verificou-se que 62,2% dos homens eram homo- ou bissexuais e 100% das mulheres eram heterossexuais. Nossos resultados revelam semelhanças com outros trabalhos realizados em pacientes de outras regiões do mundo.One hundred HIV+/AIDS Brazilian patients (74 men and 26 women were examined in the Giselda Trigueiro Hospital, in Natal, Rio Grande do Norte, Brazil in the period from l996 to 1997. The men’s mean age was 40 years, ranging from 24 to 67 years and the women’s was 29.8 years, ranging from 17 to 48 years. One or more oral findings were observed in theses patients. The most common oral lesions were candidiasis (men - 97.2%; women - 80.7%, gingivitis and periodontitis (men - 79.7%; women - 7.3%, hairy leukoplakia (men - 6.7%; women - 3.8%, herpes simplex (men - 5.4%; women - 2.7%, and Kaposi’s sarcoma (men - 6.7%. From the men, 62.1% were homo-/bisexual, and 100% of the women were heterosexual.

  17. Associação entre fadiga e capacidade funcional em pacientes com claudicação intermitente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia de Carvalho Batista

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:caracterizar fadiga e fadiga ao esforço em pacientes com claudicação intermitente (CI e testar sua associação com variáveis sociodemográficas e clínicas, capacidade de locomoção e nível de atividade física.Método:foram avaliados 49 participantes (66,6 anos; 70% do sexo masculino. Foram utilizados instrumentos validados para avaliar fadiga (DUFS, fadiga ao esforço (DEFS, nível de atividade física (BASIC e capacidade de locomoção (WIQ.Resultados:os participantes apresentaram fadiga substancial (DUFS = 20,4 + 8,8 e fadiga substancial ao esforço (DEFS = 20,4 + 10,8. Observou-se associação da DUFS com convivência marital (p = 0,008. Houve associação estatisticamente significativa da DEFS com escores da BASIC (r = 0,331; p = 0,02 e dos domínios distância caminhada (r = 0,359; p = 0,011 e subir escadas (r = 0,331; p = 0,02 do WIQ.Conclusão:pacientes com CI apresentam fadiga e fadiga ao esforço. É possível que a fadiga ao esforço comprometa o engajamento desses pacientes na prática de atividade física, um dos principais componentes do tratamento da CI.

  18. Intervenção grupal em pacientes com obesidade e seus familiares: relato de experiência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Attene de Almeida Bayer

    Full Text Available A modalidade de atendimento em grupo no hospital é uma forma de trabalho que permite interação e troca entre os participantes, caracterizando-se como espaço de acolhimento às angústias frente a um quadro clínico. A experiência relatada consistiu na realização simultânea de dois grupos, um de pacientes entre 8-15 anos, com quadro de obesidade e sobrepeso, e outro de pais/responsáveis. O objetivo geral foi proporcionar espaço para abordar aspectos emocionais e comportamentais associados ao quadro clínico e estabelecer relações com as dificuldades na adesão ao tratamento. Realizaram-se sete encontros semanais, com atividades que propiciaram reflexão sobre questões como: autoestima, ansiedade, limites e dificuldades na manutenção das dietas e das atividades físicas regulares. A proposta possibilitou compartilhar vivências, debater atitudes, abordar insatisfações e desconfortos e perceber a necessidade de se responsabilizarem pelo tratamento através da mudança de determinados comportamentos. A opção por grupos paralelos permitiu notar mudanças nas relações entre pais/responsáveis e pacientes que contribuíram para melhor resposta ao tratamento. Tal experiência ilustrou a importância de considerar os aspectos emocionais envolvidos na obesidade, favorecendo uma visão mais abrangente do paciente.

  19. Anomalias oculares em pacientes portadores de deficiência auditiva genética Ocular abnormalities in genetically deaf people

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jane Chen

    2000-12-01

    Full Text Available Introdução: Para se verificar a prevalência de anomalias oculares em indivíduos portadores de deficiência auditiva de causa genética definitiva ou suspeita, este trabalho apresenta a avaliação oftalmológica de 97 indivíduos portadores de deficiência auditiva. Pacientes e Métodos: 97 indivíduos com diagnóstico definitivo ou suspeito de causa genética para disacusia foram submetidos a exame clínico oftalmológico completo; destes, 10 foram excluídos. Resultados: 42 (48,28% dos pacientes apresentaram uma ou mais anomalias oculares, 22 (25,29% pacientes apresentaram várias anormalidades oculares e quadro clínico compatíveis com síndromes genéticas estabelecidas. Conclusões: O exame oftalmológico é importante no diagnóstico sindrômico e etiológico de alguns quadros de disacusia, pois as alterações oculares podem ser a única anomalia associada à mesma.Purpose: In order to verify the prevalence of ocular abnormalities in patients who are deaf due to genetic causes, this paper presents the visual assessment of 97 deaf patients. Methods: 97 patients with definite or suspected diagno- sis of congenital and genetic deafness underwent a complete ophthalmologic evaluation; 10 patients were excluded. Results: 42 (48.28% patients presented one or more ocular abnormalities, 22 (25.29% patients presented several abnormalities and clinical manifestations of established genetic diseases. Conclusions: The ocular abnormalities may be the only clinical manifestations associated with deafness. Therefore the ophthalmological examination is a helpful tool for the etiological diagnosis of deafness.

  20. Abordagem anestésica em paciente pediátrico com síndrome de Leigh

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ismail Serhat Kocamanoglu

    2013-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A síndrome de Leigh (SL é uma doença rara causada por anomalias na produção de energia mitocondrial. O sistema nervoso central é afetado com mais frequência, com retardo psicomotor, convulsões, nistagmo, oftalmoparesia, atrofia óptica, ataxia, distonia ou insuficiência respiratória. Os procedimentos cirúrgicos e anestésicos provocam irritabilidade traqueal e podem exacerbar os riscos de aspiração, sibilação, dificuldade respiratória, respiração ofegante, hipoventilação e apneia. RELATO DE CASO: Apresentamos uma abordagem anestésica usada em um menino de seis anos com a forma grave de SL que envolve reparação de uma fratura de fêmur. Propofol e remifentanil foram infundidos para anestesia geral. O paciente foi atentamente monitorado durante a anestesia e sua permanência na unidade de terapia intensiva no período pós-operatório inicial. CONCLUSÕES: Uma atenta monitoração intraoperatória dos pacientes, que inclui pressão arterial invasiva e mensurações frequentes da gasometria, glicose e lactato, faz esse procedimento transcorrer sem problemas. A terapia intensiva e a assistência respiratória ao paciente com SL sob sedação, com uma combinação de analgésicos durante o período pós-operatório inicial, minimizaram a resposta ao estresse causado pela dor pós-cirúrgica.

  1. Impacto da remoção de biofilme lingual em pacientes sob ventilação mecânica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Sérgio da Silva Santos

    2013-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a eficiência de limpador de língua para remoção do biofilme lingual em pacientes sob ventilação mecânica. MÉTODOS: Foram coletadas amostras de biofilme lingual e de secreção traqueal de 50 pacientes intubados ou traqueostomizados sob ventilação assistida em grupo de estudo (GE - uso de limpador lingual e grupo controle (GC - sem higienização da língua. Foi realizada cultura de secreção oral e traqueal do GE (inicialmente e após 5 dias e do GC (em momento único para avaliar as modificações na flora bacteriana. RESULTADOS: Os pacientes do GE tinham mediana de idade de 77 (45-99 anos, e os do GC de 79 (21-94 anos. O período de internação dos pacientes do GE oscilou entre 17 e 1.370 dias, com mediana de 425 dias, e do GC, entre 4 e 240 dias, com mediana de 120 dias. Na comparação do índice de placa bacteriana bucal entre os grupos de estudo e controle, não foram encontradas diferenças significantes. Não houve correlação entre esse índice e o tempo de internação. A mesma flora bacteriana foi encontrada na placa bacteriana bucal antes e após 5 dias de uso do raspador lingual no GE, somente em 9 dos 27 casos em relação ao encontrado no GC (p=0,683. Em 7 dos 27 pacientes do GE houve positividade de culturas bacterianas com as mesmas cepas tanto para biofilme lingual quanto para secreção traqueal (p=0,003 em relação ao GC. A similaridade na resistência e na sensibilidade das cepas dos micro-organismos encontrados, com o objetivo de associar a flora do biofilme lingual com a da secreção traqueal, mostrou significância em 6/23 casos somente no GC (p=0,006. CONCLUSÃO: O uso do limpador de língua é um mecanismo efetivo na redução do biofilme lingual em pacientes sob ventilação mecânica, além de facilitar a ação dos cuidadores para ações de higiene bucal.

  2. Aspectos Ginecológicos e Hormonais de Pacientes Nefropatas e Transplantadas Renais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danitza Thomazi Gassen

    2009-12-01

    Full Text Available A prevalência de disfunção ovariana é alta em mulheres com doença renal crônica e parece resultar da disfunção em diversos níveis do eixo hipotálamo-hipófise-ovariano (HHO. Estas pacientes costumam apresentar ciclos irregulares, amenorréia, atraso no desenvolvimento puberal e baixa estatura. No entanto, em pacientes transplantadas renais, há uma melhora da função do eixo HHO, incluindo a melhora da fertilidade. Por isso, a contracepção após o transplante é importante e deve ter uma abordagem especializada. Ao prescrever um método contraceptivo, deve-se levar em conta a vulnerabilidade do órgão transplantado, os efeitos adversos, as interações medicamentosas, seus potenciais benefícios e malefícios e a condição clínica da paciente. O objetivo dessa revisão foi avaliar o eixo HHO das pacientes com doença renal crônica (DRC ou transplante renal, bem como as peculiaridades da contracepção, uso de drogas e avaliação do colo uterino nessas pacientes.

  3. Principais causas de hospitalização de pacientes em hemodiálise no município de Guarapuava, Paraná, Brasil Principales causas de hospitalización de pacientes de hemodiálisis en la ciudad de Guarapuava, Paraná, Brasil Main causes of hospitalization of hemodialysis patients in the city of Guarapuava, Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiane Roberta Pivatto

    2010-09-01

    Full Text Available Estudo quantitativo que teve como objetivo caracterizar pacientes renais crônicos em hemodiálise segundo variáveis sócio-demográficas e identificar as principais causas de internação destes pacientes no ano de 2007. A coleta de dados foi realizada em uma clínica de Guarapuava, Paraná, com 29 pacientes, em prontuários e através do programa informatizado Nefrodata, específico para centros de diálise e analisados através de estatística descritiva, onde 58,7% eram do sexo masculino, 62% casados e a idade média foi de 53,7 anos. Quanto às doenças de base houve um predomínio da nefropatia diabética com 31,1% e a crise hipertensiva com 11,8% entre as causas de internação. Estas causas estão em sua maioria relacionadas com a própria doença renal, sendo necessário orientações e intervenções da equipe multidisciplinar com enfoque no tratamento da insuficiência renal crônica e na adesão à terapia, com o objetivo de reduzir e até mesmo evitar estas hospitalizações.Cuantitativo estudio tuvo como objetivo caracterizar a los pacientes en hemodiálisis según socio-demográficos e identificar las principales causas de hospitalización en el año 2007. La recolección de datos se realizó en una clínica de Guarapuava, Paraná, Brasil, 29 pacientes cuyos datos se obtuvieron de los registros médicos y Nefrodata informático a través del programa, específico para centros de diálisis y se analizaron mediante estadística descriptiva, donde el 58,7% fueron hombres, 62% casados y la edad media fue 53,7 años. En cuanto a las enfermedades subyacentes, con predominio de la nefropatía diabética con un 31,1% y en relación con las causas de hospitalización crisis hipertensiva predominó con 11,8%. Estas causas son en su mayoría relacionados con la enfermedad renal en sí, y las orientaciones necesarias y el equipo multidisciplinario de las intervenciones se centraron en el tratamiento de la insuficiencia renal crónica y la

  4. Soporte nutricional enteral en pacientes pediátricos con insuficiencia renal crónica en hemodiálisis Enteral nutritional support in pediatric patients with chronic renal failure on hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana Pineda Pérez

    2006-03-01

    Full Text Available Se realizó un estudio clínico con el objetivo de evaluar la aceptabilidad, tolerancia y efecto en el estado nutricional de la nutrición enteral con Nutricomp® ADN renal de B-BRAUN. Se estudiaron 12 pacientes en edades entre los 10 y 19 años, que presentaban insuficiencia renal crónica y recibían tratamiento de hemodiálisis. Además de su alimentación habitual se indicó ADN renal (90 g, por vía oral, en la sesión de diálisis. Se evaluó cada paciente al inicio y se comparó consigo mismo a los 30 días, según parámetros antropométricos, dietéticos, bioquímicos e inmunológicos. Los datos obtenidos se procesaron con el programa SPSS, versión 8, y se emplearon para el análisis las pruebas t de Student y chi cuadrado. La tolerancia y aceptabilidad de la fórmula enteral fueron buenas. A los 30 días se registró un aumento significativo en las variables antropométricas: peso (p < 0,001, índice de masa corporal (p < 0,001 y área grasa (p < 0,001. En el área de músculo el incremento no fue signficativo (p < 0,259. No hubo modificación significativa de las restantes variables. La recuperación nutricional, expresada por el aumento de peso, el índice de masa corporal, el área de grasa y el área muscular, estuvo presente en todos los pacientes estudiados.

  5. Concomitância de fibromialgia em pacientes com espondilite anquilosante Occurrence of fibromyalgia in patients with ankylosing spondylitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valderilio Feijó Azevedo

    2010-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A Espondilite Anquilosante (EA é uma doença inflamatória crônica que acomete o esqueleto axial. Cursa com dor e incapacidade funcional. Para medir o impacto da EA na vida dos pacientes são utilizados questionários que avaliam a atividade da doença (BASDAI; a incapacidade funcional (BASFI; e a qualidade de vida (ASQoL. A Fibromialgia (FM é uma das causas mais comuns de dor generalizada e pode coexistir com outras doenças; pode ser avaliada por meio do questionário de impacto da Fibromialgia (FIQ. Há poucos estudos demonstrando correlações entre FM e EA. O presente estudo obteve dados referentes ao perfil epidemiológico de pacientes com EA e FM e avaliou a prevalência de FM em portadores de EA. Avaliou-se a interferência da FM nos escores dos testes BASDAI, BASFI e ASQoL. PACIENTES E MÉTODO: Foram incluídos 71 pacientes portadores de EA diagnosticados de acordo com os critérios modificados de Nova York. Avaliação clínica, funcional e aplicação dos testes BASDAI, BASFI e ASQoL foram realizados. Os pacientes com diagnóstico de FM foram avaliados com o FIQ. RESULTADOS: Onze pacientes preencheram os critérios para FM, observando-se assim uma prevalência de 15% de FM entre os pacientes com EA, sendo mais frequente entre as mulheres (3,8:1. A idade de início da doença (EA foi de 27,5 anos. O antígeno HLA-B27 foi positivo na grande maioria (80,4%. Comparando-se as médias dos testes BASDAI, BASFI e ASQoL, verificou-se que os valores são significativamente superiores (P INTRODUCTION: Ankylosing spondylitis (AS is a chronic inflammatory disease that affects the axial skeletal system, causing pain and functional incapacity. To measure the impact of AS on patient's life, questionnaires are used to assess disease activity (BASDAI; functional incapacity (BASFI; and quality of life (ASQoL. Fibromyalgia (FM is one of the most common causes of generalized pain and can coexist with other diseases; it can be assessed by

  6. Análise de conceito do resultado de enfermagem Mobilidade em pacientes com acidente vascular cerebral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaella Pessoa Moreira

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo foi realizar análise do conceito do resultado de enfermagem Mobilidade em paciente com AVC. Realizou-se revisão integrativa da literatura, por meio de acesso on-line às bases: Scopus, Pubmed, Cinahl, Cochrane e Lilacs, usando-se os descritores: mobility, stroke, nursing e sinonímias nas línguas portuguesa e espanhola. Identificaram-se 1.521 artigos de que, após seleção criteriosa, resultaram 49. Destacam-se artigos publicados no Canadá (26,7%, a partir de 2001 (95,9%, por fisioterapeutas (34,6%, em unidades de reabilitação (61,5%. Atributos identificados para Mobilidade: andar, ficar em pé, sentar, colocar a perna de um lado para outro, virar-se, iniciar e parar a locomoção, subir escadas, função motora, transferência e habilidade motora. Também foi construído caso modelo, caso contrário e identificados antecedentes: controle postural e equilíbrio; e consequentes: realiza tarefas no interior e exterior da casa e deambula sem dificuldade. Os conceitos do resultado Mobilidade encontrados nesta pesquisa precisam ser validados com especialistas na área e na prática clínica.

  7. Cuidados de enfermagem ao paciente em pós-operatório de prostatectomia: revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Raiane Florentino dos Santos

    2012-09-01

    Full Text Available Este estudo trata-se de revisão integrativa da literatura com objetivo de sintetizar o conhecimento produzido em artigos sobre os cuidados de enfermagem aos pacientes em pós-operatório de prostatectomia. Para seleção dos artigos foram consultadas cinco bases de dados – SCOPUS, CINAHL, PUBMED, LILACS e Cochrane – sendo incluídos dezenove artigos. Os resultados mostram estudos que se enquadram nos níveis II, IV, V, VI e VII de evidência, a maioria realizada nos Estados Unidos durante os anos de 1999 a 2011. Os cuidados de enfermagem identificados foram agrupados em seis categorias: acompanhamento psicológico, orientações pós- operatórias, tratamento da disfunção erétil, tratamento da incontinência urinária, tratamento da dor e tratamento da hiponatremia. Conclui-se que os estudos com maior nível de evidência identificado recomendam cuidados de enfermagem centrados no acompanhamento psicológico, nas orientações do período pós-operatório e no tratamento da disfunção erétil. Destaca-se ainda que tais recomendações concentram-se, sobretudo, nas ações de apoio emocional e educativo.

  8. Sentimentos do estudante de enfermagem em seu primeiro contato com pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína Gomes Perbone

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi identificar os sentimentos dos estudantes do Curso de Enfermagem nos primeiros contatos com o paciente. A Técnica do Incidente Crítico foi utilizada para coletar dados. Quarenta e um estudantes participaram do estudo e responderam a um questionário de três perguntas abertas. Foram identificados sentimentos relacionados ao próprio estudante, sentimentos relacionados ao paciente e ao curso; apenas 36,8% dos relatos apresentaram sentimentos positivos. Este estudo contribui para refletir sobre os planos de ensino propostos, as consequências negativas e a importância de reforço das experiências positivas, favorecendo ao aluno ser mais confiante, sentir-se útil, e compromissado com a futura profissão.

  9. Quantificação do stone clinic effect em pacientes com nefrolitíase Quantification of the stone clinic effect in patients with nephrolithiasis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Carvalho

    2004-01-01

    Full Text Available O termo stone clinic effect refere-se ao efeito do aumento da ingestão hídrica e aconselhamento dietético na evolução clínica da doença calculosa renal. OBJETIVO: O nosso objetivo foi quantificar esta variável em pacientes portadores de nefrolitíase. MÉTODOS: Vinte e cinco pacientes (11 mulheres e 14 homens; 47,64±10,55 anos com nefrolitíase recorrente foram acompanhados com consultas trimestrais por um ano. Orientações sobre aumento da ingestão hídrica, diminuição do consumo de sal e proteína foram rotineiramente fornecidas. Nenhum paciente foi submetido à terapia farmacológica. Foram coletados no início (S1 e no final do seguimento (S2 os seguintes parâmetros: atividade clínica e radiológica da doença litiásica, urina de 24 horas com dosagem de creatinina, cálcio, sódio, ácido úrico, citrato, oxalato e magnésio. A supersaturação (SS para o oxalato de cálcio foi calculada pelo índice de Tiselius. RESULTADOS: Onze (44% pacientes apresentaram hipocitratúria, nove (36% hipercalciúria e cinco (20% hiperuricosúria. Houve aumento do volume urinário (1903±811 vs 2381±919 ml/dia, pBACKGROUND: The ''stone clinic effect'' refers to the effect of encouraging a high intake of fluid and diet counseling in the clinical evolution of kidney stone disease. Objective: Our objective was to determine the extent of this variable in patients with nephrolithiasis. METHODS: Twenty-five patients (11 female and 14 male; 47.64±10.55 years old with recurrent nephrolithiasis were prospectively followed for one year, with 3-month interval medical evaluation. Patients were advised to increase the fluid intake, and to limit the intake of salt and protein. No patient was submitted to pharmacological therapy. Two 24-hour urine samples were collected at baseline (S1 and in the end of follow-up (S2 for the measurement of creatinine, calcium, sodium, uric acid, citrate, oxalate and magnesium. Metabolic and radiological activity was also

  10. Satisfação do paciente em uma unidade de gastroenterologia Satisfacción del paciente en una unidad de gastroenterología Patient satisfaction in a gastroenterology unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Hespanhol Dorigan

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a satisfação do paciente com os cuidados de enfermagem recebidos e verificar se existem diferenças em relação às variáveis do estudo. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo de abordagem quantitativa, uma amostra convencional de 63 pacientes, realizado na unidade de gastroenterologia de um hospital de ensino do interior do Estado de São Paulo. Para a coleta de dados, utilizou-se o Instrumento de Satisfação do Paciente (ISP. RESULTADOS: Os pacientes relataram alto nível de satisfação para todos os itens e domínios do ISP, resultando em consistência interna satisfatória em todos os domínios. As variáveis sexo, nível de escolaridade e tempo de permanência na unidade influenciaram positivamente a satisfação do paciente. CONCLUSÃO: Destaca-se a importância de se conhecer a satisfação do paciente com os cuidados de enfermagem, o que possibilita ao enfermeiro avaliar e planejar a assistência no sentido de atender as necessidades da clientela atendida.OBJETIVOS: Evaluar la satisfacción del paciente con los cuidados de enfermería recibidos, y verificar si existen diferencias en relación a las variables del estudio. MÉTODOS: Se trata de un estudio descriptivo de abordaje cuantitativo con una muestra convencional de 63 pacientes, realizado en la unidad de gastroenterología de un hospital de enseñanza, en el interior del estado de Sao Paulo. Para la recolección de datos, se utilizó el Instrumento de Satisfacción del Paciente (ISP. RESULTADOS: Los pacientes relataron alto nivel de satisfacción para todos los ítems y dominios del ISP, resultando en una consistencia interna satisfactoria en todos los dominios. Las variables: género, nivel de escolaridad y tiempo de permanencia en la unidad, influyeron positivamente la satisfacción del paciente. CONCLUSIÓN: Se destaca la importancia de conocer la satisfacción del paciente con los cuidados de enfermería, lo que posibilita, al enfermero, evaluar y

  11. Explanatory digital video disc with patients undergoing diagnostic cardiac catheterization Disco digital explicativo para <