WorldWideScience

Sample records for plantas daninhas na

  1. Cadastramento fitossociológico de plantas daninhas na bananicultura

    OpenAIRE

    Gomes,G.L.G.C.; Ibrahim,F.N.; Macedo, G. L.; Nobrega, L. P.; Alves, E.

    2010-01-01

    O objetivo deste experimento, realizado na cultura da banana (Musa spp.) no Vale do Ribeira, no município de Registro-SP, foi fazer um cadastramento fitossociológico das espécies de plantas daninhas sob duas formas de manejo do solo. A amostragem das espécies daninhas foi feita em duas áreas distintas de manejo, sendo uma com a cultura implantada em área de várzea drenada a 7 m de altitude e a outra com a bananicultura em área de sequeiro a 16 m de altitude. Na amostragem de um hectare, utili...

  2. Interferência de plantas daninhas na cultura do sorgo cultivado em safrinha

    OpenAIRE

    Cabral,Paulo Henrique Ramos; Jakelaitis,Adriano; Cardoso,Isabella Sichierski; Araújo,Vinícius Tavares de; Pedrini,Evandro César Fernandes

    2013-01-01

    O sorgo apresenta grande importância na economia mundial, como fonte de energia para a alimentação humana e animal. No sudoeste Goiano, apesar de esta cultura apresentar alto potencial produtivo, a produtividade é baixa, fato atribuído, em grande parte, à interferência do manejo inadequado de plantas daninhas. Objetivou-se, nesta pesquisa, determinar os períodos de interferência de plantas daninhas sobre a cultura do sorgo cultivado em safrinha, no município de Rio Verde (GO). Os tratamentos ...

  3. Interferência de plantas daninhas na cultura do sorgo sacarino

    OpenAIRE

    Cézar Silva; Alexandre Ferreira da Silva; Welington Gonzaga do Vale; Leandro Galon; Fabiano André Petter; André May; Decio Karam

    2014-01-01

    Este trabalho teve como objetivo o estudo fitossociológico da comunidade infestante ao longo do ciclo de desenvolvimento do sorgo sacarino e a determinação do período crítico de prevenção à interferência das plantas daninhas na cultura. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com três repetições. Os tratamentos foram constituídos por períodos crescentes de controle ou convivência das plantas daninhas em diferentes estádios fenológicos da cultura: 0-3 (V3), 0-5 (V5), 0-7 (V7), 0-9 (...

  4. Manejo de plantas daninhas na cultura do tomateiro Weed management in tomato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.P. Ronchi

    2010-01-01

    Full Text Available O tomate (Lycopersicon esculentum é a segunda hortaliça em importância no Brasil. O controle de plantas daninhas na cultura representa um dos principais componentes do custo de produção, sendo imprescindível para a obtenção de produtividades elevadas e de frutos de qualidade. Neste texto são apresentados de forma detalhada os efeitos adversos da interferência das plantas daninhas sobre a cultura, tanto daquele cultivado a partir de mudas transplantadas como de semeadura direta. Também são discutidos, para diferentes situações de cultivo, aspectos sobre o período crítico de competição das plantas daninhas durante o ciclo da cultura. Por fim, são apresentadas as principais estratégias utilizadas para o controle de plantas daninhas na cultura do tomateiro, por meio de medidas preventivas, culturais, mecânicas e químicas, com base nas informações atualmente disponíveis sobre esse tema.Tomato (Lycopersicon esculentum is the second most important vegetable grown in Brazil. Weed control in tomato culture is one of the main components in crop production costs. However, weed management is indispensable to achieve both high yields and fruit quality. A detailed discussion is presented in this work concerning the adverse effects of weed interference in the crop, both grown from transplanted seedlings and field-sown tomato. Aspects related to the critical period of weed competition during the crop cycle for both growing conditions are also discussed. Finally, the major strategies used for weed management in tomato crops are also presented, such as preventive, cultural, mechanic, and chemical control measures, based on the literature currently available.

  5. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Remon Ribeiro da Silva

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho determinar os períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol. Foram realizados dois experimentos com o girassol híbrido Helio 250, sendo um conduzido no verão e o outro, no inverno. Para ambos, o delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com quatro repetições, e cada unidade experimental foi constituída de cinco linhas de plantas com 6,0 m de comprimento, espaçadas por 0,7 m. No experimento de verão foram avaliados oito períodos de convivência e controle de plantas daninhas: 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70 e 88 dias após a emergência (dae. No experimento de inverno, os períodos foram: 7, 14, 21, 28, 38, 48, 58 e 82 dae. Avaliaram-se a massa da matéria seca e a área foliar das plantas de girassol, produtividade, massa de mil aquênios e massa da matéria seca de plantas daninhas. Estimaram-se os períodos anteriores à interferência (PAI, períodos críticos de prevenção à interferência (PCPI e períodos totais de prevenção à interferência (PTPI. Considerando-se a produtividade de aquênios no verão, o PAI foi de 16 dae da cultura, o PTPI, de 39 dae e o PCPI abrangeu 23 dias do ciclo da cultura. No inverno, o PAI foi de 12 dae, o PTPI estendeu-se até os 34 dae, resultando em um PCPI de 22 dias.

  6. Interferência de plantas daninhas na cultura do sorgo sacarino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cézar Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo o estudo fitossociológico da comunidade infestante ao longo do ciclo de desenvolvimento do sorgo sacarino e a determinação do período crítico de prevenção à interferência das plantas daninhas na cultura. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com três repetições. Os tratamentos foram constituídos por períodos crescentes de controle ou convivência das plantas daninhas em diferentes estádios fenológicos da cultura: 0-3 (V3, 0-5 (V5, 0-7 (V7, 0-9 (V9, 0-11(V11 folhas completamente expandidas e 0-R5 (colheita. A comunidade infestante foi avaliada por meio do número de indivíduos e da massa seca acumulada correspondente, para cada população de planta daninha nos diferentes períodos de convivência. O sorgo sacarino foi colhido aos 101 dias após a emergência, quando se avaliaram altura, diâmetro, teor de sólidos solúveis totais (°Brix em função dos períodos de convivência da cultura com as plantas daninhas, além do rendimento de colmos nos diferentes tratamentos. Commelina benghalensis e Panicum maximum foram as duas espécies de maior importância relativa na área, no momento da colheita. A ausência de controle da comunidade infestante, durante todo o ciclo do sorgo sacarino, ocasionou aumento no teor de sólidos solúveis totais (°Brix e redução de, respectivamente, 9% e 25% na altura e diâmetro de colmo da cultura, quando comparado com a testemunha capinada durante todo o ciclo. Considerando a tolerância de 5% na redução da produtividade de colmos, observou-se que o período crítico de prevenção a interferência correspondeu ao intervalo do estádio fenológico V3 a V11.

  7. Manejo de plantas daninhas na cultura da mandioca Weed management in cassava

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.V. Silva

    2012-12-01

    Full Text Available A mandioca (Manihot esculenta é cultivada em vários países, sendo de grande importância como fonte de energia para alimentação humana e animal e na geração de empregos e renda. No Brasil, apesar de essa cultura apresentar alto potencial produtivo - em alguns estudos alcançando valores superiores a 100 t ha-1 de raízes - , a produtividade nacional é baixa, atribuída em grande parte ao manejo inadequado das plantas daninhas. A interferência dessas plantas resulta em competição pelos recursos essenciais, como nutrientes, água e luz. Além disso, o controle realizado de maneira incorreta das plantas daninhas nos mandiocais dificulta outros tratos culturais e aumenta os custos de produção. Nesta revisão são abordados os aspectos relativos ao manejo das plantas daninhas na cultura, descrevendo, de forma detalhada, os principais componentes de interferência. Discute-se, em várias situações, o período crítico de competição. Por fim, são apresentados os principais métodos de controle visando à utilização do manejo integrado como forma sustentável do controle de plantas daninhas nessa cultura.Cassava (Manihot esculenta is grown in many countries, being of great importance as an energy source for food, generating jobs and income. Although this crop has been proved to have high yield potential in some studies, reaching values above 100 t ha-1 roots, its national productivity in Brazil is low, being largely attributed to inadequate weed management. The interference of weeds results in competition for essential resources, such as nutrients, water, and light. In addition, incorrectly performed control of weeds in cassava can complicate management and increase production costs. In this review, aspects related to weed management in the culture are described, detailing the main components of interference. The critical period of competition, in many situations, is also discussed. Finally, the main methods of control aimed at the

  8. Interferência de plantas daninhas na cultura da cenoura (Daucus carota Weed interference on carrot crop (Daucus carota

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M Coelho

    2009-12-01

    Full Text Available A cenoura é uma importante hortaliça no Brasil, cuja produtividade pode ser muito reduzida devido à interferência de plantas daninhas. O objetivo desta pesquisa foi avaliar efeitos de períodos de convivência das plantas daninhas na produtividade da cenoura cultivar "Brasília" e na comunidade de plantas daninhas. Os tratamentos foram constituídos de períodos crescentes de convivência ou controle das plantas daninhas. A comunidade de plantas daninhas foi avaliada quanto a número de indivíduos, matéria seca acumulada e frequência de ocorrência das espécies, e a cultura, quanto à produtividade comercial. As principais plantas daninhas foram Ageratum conyzoides, Digitaria nuda, Eleusine indica e Lepidium virginicum. A presença da comunidade de plantas daninhas durante todo o ciclo da cultura pode acarretar perdas de 94% na produtividade, evidenciando alta suscetibilidade da cenoura à interferência das plantas daninhas. Contudo, não houve período crítico de prevenção à interferência, e um único controle das plantas daninhas, entre 22 e 31 dias após a semeadura, foi suficiente para garantir a produção da cultura.Carrot is an important horticultural crop in Brazil, and its productivity may be highly reduced due to weed interference. This study evaluated the effects of weed coexistence periods on carrot cultivar 'Brasilia' yield and on the weed community. The treatments were constituted of increasing weed coexistence periods or weed-free periods. The weed community was evaluated based on number of individuals, dry matter accumulation, and frequency of occurrence; while the crop was evaluated based on marketable productivity. The main weeds were Ageratum conyzoides, Digitaria nuda, Eleusine indica, and Lepidium virginicum. The presence of the weed community throughout the crop season can cause yield losses of 94%, showing high susceptibility of the carrot crop to weed interference. However, there was no critical period for

  9. Interferência de plantas daninhas na cultura do quiabo Weed interference in okra crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.B. Santos

    2010-06-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do quiabo (Abelmoschus esculentus na região do Médio Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. O experimento foi conduzido em campo, entre maio e outubro de 2007. Utilizaram-se sementes do quiabo Santa Cruz-47, semeadas no espaçamento de 0,25 x 1 m. Foram estabelecidos diferentes períodos de controle das plantas daninhas na cultura, variando entre zero e 120 dias após a emergência (DAE. Foram avaliados 12 tratamentos, correspondendo a diferentes períodos de controle das plantas daninhas na cultura: capina após a emergência a partir dos 20, 40, 60, 80 e 100 dias; capina após a emergência até os 20, 40, 60, 80 e 100 dias; além de duas testemunhas com capina, ou não capinadas, ambas por 120 dias. Determinou-se o número de frutos por planta e o rendimento (produtividade, bem como os valores em dias para período anterior à interferência (PAI, período crítico de prevenção da interferência (PCPI e período total de prevenção da interferência (PTPI, considerando 5% de perdas. A partir das espécies encontradas na área experimental, avaliou-se também, em vasos, isoladamente ou em competição com o quiabeiro, a capacidade competitiva das principais plantas daninhas. Com base nos resultados, verificou-se que o PAI estimado foi de 25 DAE, indicando a época de início das capinas. Para o PCPI, o período observado foi de 75 dias, indicando PTPI de 100 DAE. Entre as plantas daninhas presentes, Eleusine indica apresentou maior capacidade competitiva sobre a cultura.An experiment was carried out under field conditions in Médio Vale do Rio Doce-MG, from May to October, 2007, to establish periods of weed interference in Abelmoschus esculentus crop. 'Santa Cruz-47' seeds were sown in a 0.25 x 1.0 m spacing, and weed control times varied from 0 to 120 days after emergence (DAE. Number of fruit per plant and yield as well as values in days

  10. Coberturas mortas de inverno e controle químico sobre plantas daninhas na cultura do milho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dagoberto Martins

    2016-12-01

    Full Text Available RESUMO A escolha correta das culturas para cobertura do solo melhora a sustentabilidade do sistema de cultivo, pois pode potencializar o uso dos herbicidas, reduzir a infestação de plantas daninhas e melhorar o desempenho das culturas. Com o objetivo de estudar o efeito de coberturas mortas de inverno e do uso de herbicidas sobre comunidade de plantas daninhas na cultura do milho, foi realizado um estudo no delineamento inteiramente casualizado com os tratamentos dispostos em parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas, em número de seis, foram compostas pelas seguintes culturas de inverno: Lupinus albus, Lathyrus sativos, Triticum aestivum, Avena strigosa, Raphanus sativus, mais uma testemunha mantida em pousio. As subparcelas em número de três, foram compostas por: 1 - pulverização apenas de herbicida de manejo antes da semeadura do milho; 2 - herbicida de manejo após a semeadura do milho + herbicida residual, e 3 - testemunha sem aplicação de herbicidas. As coberturas mortas de aveia-preta e nabo-forrageiro proporcionam as menores densidades de plantas daninhas e acúmulos de massa seca da comunidade infestante, independente da aplicação ou não de herbicidas. Houve uma maior germinação de B. pilosa nas parcelas mantidas com a cobertura de tremoço, com exceção das subparcelas onde se aplicou herbicida em pré-emergência, o que evidencia um efeito estimulante da cobertura morta. O emprego de algumas espécies na formação da cobertura morta para o plantio direto pode dispensar ou reduzir a quantidade de herbicidas necessária para o controle das plantas daninhas.

  11. Interferência das plantas daninhas na cultura do tomate para processamento Weed interference in processing tomato crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Stephan Nascente

    2004-09-01

    Full Text Available Para se alcançar eficiência no manejo cultural, é muito importante determinar o período crítico de interferência (PCI das plantas daninhas no cultivo das hortaliças. Avaliou-se neste trabalho a interferência das plantas daninhas na cultura do tomate para processamento, pelo transplantio de mudas, na Embrapa Hortaliças, em delineamento de blocos ao acaso com 3 repetições. Os tratamentos foram divididos em dois grupos, com períodos iniciais crescentes, denominados sem a interferência (no limpo e com interferência (no mato das plantas daninhas. No primeiro, a cultura de tomate permaneceu livre da interferência das plantas daninhas desde o transplantio das mudas até os seguintes períodos (dias do ciclo de desenvolvimento do tomate: 1-28, 1-35, 1-49, 1-63, 1-77, 1-91 (todo ciclo, colheita. Após estes períodos, as plantas daninhas cresceram livremente até o final do ciclo da cultura. No segundo grupo a cultura permaneceu com a interferência das plantas daninhas desde o preparo final do solo e transplantio das mudas até os mesmos períodos descritos para o primeiro grupo. Após estes períodos as plantas daninhas foram removidas manualmente até a colheita. De um total de 24, as espécies mais freqüentes e/ou de maior acúmulo de matéria seca foram: Bidens pilosa, Brachiaria plantaginea, Nicandra physaloides e Oxalis latifolia. As plantas daninhas causaram reduções na produção de tomate de até 75,5%, sendo que o PCI ocorreu no período do 33º ao 76º dia após a implantação da cultura.Weed control efficiency depends on the information about its interference on the crops. The interference of weed on tomato plants of a processing variety, transplanted directly into the field was evaluated. The field experiment was carried out, in a randomized block design with three replications, at Embrapa Hortaliças in Brasília, Brazil. Plots were laid out with increasing periods of time in the presence or absence of weeds. In the

  12. Nematóides associados a plantas daninhas na região de Jaboticabal - SP.: primeiro relato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. C. C. B. Ferraz

    1978-01-01

    Full Text Available Realizou-se, na região de Jaboticabal (S.P., um levantamento dos principais gêneros e espécies de nematóides fitoparasitos encontrados em associação com plantas daninhas de ocorrência genera lizada nas principais culturas locais. Para tal, utilizou -se, como materiais, amostras do solo da rizosfera e raízes de plantas daninhas. Foram identificadas 13 espécies de nematóides de importância agrícola, pertencentes a nove gêneros, em 27 espécies daninhas.This paper deals with the associations between plant parasitic nematodes and weeds at the region of Jaboticabal, Sao Paulo State, Brazil. Twenty-seven weed species were included in the survey. Soil collected at the rizosphere zone and roots of weeds constituted the samples for nematological study. Thir teen nematode species were indentified, included in nine genera, on the weed species.

  13. Interferência de plantas daninhas na cultura do feijão-caupi Weed interference in cowpea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.C.L. Freitas

    2009-06-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho determinar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do feijão-caupi (Vigna unguiculata. A semeadura do feijão-caupi cultivar BR 16 foi realizada em julho de 2007, no sistema de plantio convencional. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com os tratamentos constituídos de períodos de controle ou convivência das plantas daninhas com a cultura. No primeiro grupo, a cultura permaneceu livre da interferência das plantas daninhas, por meio de capinas, nos períodos de: 0-09, 0-18, 0-27, 0-36, 0-45 e 0-60 (colheita. No segundo grupo, a cultura permaneceu sob a interferência desde a emergência até os mesmos períodos descritos anteriormente. O período crítico de prevenção à interferência (PCPI foi de 11 a 35 dias após a emergência da cultura. A interferência das plantas daninhas reduziu o estande final, o número de vagens por planta e o rendimento de grãos do feijão-caupi em até 90%.This work aimed to determine the periods of weed interference in cowpea (Vigna unguiculata, sown under the conventional system in July 2007. The experiment was arranged in randomized blocks, with the treatments consisting of periods of control or intercropping of the weeds with the crop. In the first group, the bean crop remained free of weed interference in the periods 0-09, 0-18, 0-27, 0-36, 0-45 and 0-60 (harvest. .In the second group, the bean crop remained under interference from the time of emergence up to the same periods previously described. The critical period of weed interference prevention (CPIP was from 11 to 35 days after crop emergence. Weed interference reduced the final stand, number of pods per plant, and grain yield up to 90%.

  14. WEED INTERFERENCE IN TRANSPLANTED CABBAGE INTERFERÊNCIA DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DE REPOLHO TRANSPLANTADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natan Fontoura da Silva

    2007-09-01

    Full Text Available

    In tropical regions, irrigated vegetable crops are subject to strong weed interference. In Brazil there are few herbicides registered for use in brassica crops. Weed control is usually done by hoeing or mechanical cultivation. Cabbage and other brassicas are planted by transplanting to shorten the weed interference period. The effect of weed control on the productive performance of Fuyotoyo hybrid cabbage crop, was investigated in Goiânia from May 17th through August 22th, 2002. The experimental design was randomized blocks in four replications of the following treatments: no weeding after transplanting, weeding once, one month or two months after transplanting, and weeding twice, one and two months after transplanting. Regarding yield (kg.ha-1 and number of marketable heads as well as average head weight, the weeding treatments were similar to each other but significantly better than the control. The plants of plots weeded once, one month after transplanting, and twice (one and two months after transplanting were significantly earlier than those weeded only once, two month after transplanting, or not weeded. The ratio between head width and height and the harvesting concentration rate were not influenced by treatments.

    KEY-WORDS: Brassica oleracea; yield; earliness; harvest concentration; weed control.

    Nas regiões tropicais, culturas irrigadas de hortaliças estão sujeitas a forte interferência de plantas daninhas. No Brasil há poucos herbicidas registrados para uso em culturas de brássicas. O controle das plantas daninhas geralmente é feito com a enxada ou por cultivos mecânicos. As mudas de repolho e de outras brássicas são transplantadas para encurtar o período de interferência das plantas daninhas. O efeito do controle de plantas daninhas, no

  15. Seletividade e eficiência de herbicidas no controle de plantas daninhas na cultura do feijão-caupi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauricio Antonio Cuzato Mancuso

    2016-02-01

    Full Text Available RESUMO A falta de conhecimento sobre herbicidas para o manejo químico das plantas daninhas é uma das principais limitações para a expansão da cultura do feijão-caupi, na região centro-sul do Brasil. Com o objetivo de avaliar a seletividade e a eficiência de herbicidas na cultura do feijão-caupi, foram conduzidos dois experimentos de campo, um com a cultivar BRS Guariba e, outro, com BRS Novaera, em Botucatu-SP. Em ambos os experimentos, o delineamento utilizado foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 3 x 2 + 2, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos pelas combinações de três herbicidas (bentazona, fomesafem e diclosulam com duas épocas de aplicação (inicial e tardio, além de uma testemunha capinada e, outra, sem capina. O herbicida diclosulam provocou elevada fitotoxicidade e reduziu a população de plantas, enquanto o bentazona proporcionou os menores níveis de fitointoxicação aos dois cultivares de feijão-caupi. O fomesafem, especialmente quando aplicado na fase inicial, foi o mais eficaz no controle das plantas daninhas e, mesmo causando fitotoxicidade à cultura do feijão-caupi, propiciou população de plantas adequada, bem como produtividades de grãos semelhantes às obtidas com a testemunha capinada. Assim, conclui-se que o herbicida fomesafem é o mais eficiente para ambas a's cultivares de feijão-caupi.

  16. Cadastramento fitossociológico de plantas daninhas na cultura de girassol Phytosociological census of weeds in the sunflower crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Magno Brighenti

    2003-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento das plantas daninhas infestantes na précolheita da cultura de girassol em lavouras dos municípios do sudoeste goiano (Chapadão do Céu, Jataí e Montividiu e em Chapadão do Sul, MS. Foram amostradas, no período de maio a junho de 2002, 51 propriedades dos quatro municípios, totalizando uma área de 583 m². As espécies daninhas foram identificadas e contadas mediante a aplicação de um quadrado de 1,0x1,0 m, colocado ao acaso dentro da área ocupada pelas lavouras. Foram obtidos os valores de freqüência, densidade, abundância e índice de importância relativa. Plantas voluntárias de soja e de milho fazem parte da flora daninha infestante de lavouras de girassol dessa região. As famílias Poaceae, Asteraceae e Euphorbiaceae são as que apresentam maior número de espécies. As principais plantas daninhas infestantes na região são, em ordem decrescente, Ageratum conyzoides, Chamaesyce hirta, Cenchrus echinatus, Bidens sp., Euphorbia heterophylla e Commelina benghalensis.The objective of this work was to survey the weeds in the preharvest of the sunflower crop in growers field of the southwest regions of Goiás State (Chapadão do Céu, Jataí and Montividiu and Chapadão do Sul, Mato Grosso do Sul State, Brazil. Fifty one farms were evaluated, during the period of May to June, 2002, in a total of 583 m² of area. The weeds were identified and counted inside a square (1.0x1.0 m, applied in each area, in order to determine the frequency, density, abundance and relative importance. Volunteer soybean (Glycine max and corn (Zea mays are part of the weed species in sunflower crop in the area. The botanical families Poaceae, Asteraceae and Euphorbiaceae present larger number of species. The main weeds found in the area are, in decreasing order, Ageratum conyzoides, Chamaesyce hirta, Cenchrus echinatus, Bidens sp., Euphorbia heterophylla and Commelina benghalensis.

  17. Levantamento fitossociológico de plantas daninhas na cultura do girassol Phytosociological survey of weeds in sunflower crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.S Adegas

    2010-12-01

    Full Text Available O levantamento fitossociológico da comunidade de plantas daninhas na cultura do girassol foi realizado em duas épocas distintas: no desenvolvimento inicial da cultura (entre 20 e 40 dias após a semeadura e na pré-colheita do girassol. As espécies de plantas daninhas foram identificadas e quantificadas pelo método do quadrado inventário (1,0 x 1,0 m, com amostragem de 12 m² por área. Os levantamentos foram realizados em 54 propriedades de seis municípios da região do cerrado e em 38 propriedades de oito municípios da região dos pampas, que são as duas principais regiões produtoras brasileiras. Foram registrados a frequência, a frequência relativa, a densidade, a densidade relativa, a abundância, a abundância relativa, o índice de importância relativa e o índice de similaridade. No total, foram identificadas 60 espécies de plantas daninhas, sendo 17 presentes em ambas as regiões. Asteraceae e Poaceae foram as duas principais famílias, entre as 16 encontradas. As principais espécies presentes no cerrado foram Euphorbia heterophylla, Chamaesyce hirta, Ageratum conyzoides, Commelina benghalensis, Zea mays e Bidens sp. As principais espécies presentes no Rio Grande do Sul foram Bidens sp., Raphanus raphanistrum, Lolium multiflorum, Gnaphalium spicatum, Sonchus oleraceus, Euphorbia heterophylla, Sida rhombifolia, Digitaria sp. e Ipomea sp. A densidade das plantas daninhas foi maior na fase de pré-colheita do que no desenvolvimento inicial da cultura, em ambas as regiões, sendo de 30,84 plantas m-2 e 23,58 plantas m-2, respectivamente, para o cerrado, e de 23,19 plantas m-2e 21,41 plantas m-2, para o Rio Grande do Sul. O índice de similaridade dentro das regiões foi de 0,91 para os levantamentos do cerrado e de 0,79 para os do Rio Grande do Sul. Entretanto, entre as regiões, os índices ficaram abaixo de 0,5, mostrando similaridade mediana entre a flora daninha do cerrado e a do Rio Grande do Sul, na cultura do girassol

  18. Efeito de diferentes períodos de controle das plantas daninhas na produtividade da cultura da cebola Effect of different weed control periods on onion crop yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.J. Soares

    2004-12-01

    Full Text Available Foi realizado um experimento em Monte Alto-SP, visando estudar os efeitos de diferentes períodos de controle das plantas daninhas sobre a produção de bulbos da cultura da cebola (Allium cepa, cultivar 'Mercedes', no sistema de transplantio. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições. Parte dos tratamentos experimentais foi disposta num esquema fatorial 4 x 6, em que constituíram variáveis quatro períodos em que se fez o controle (0-0, 0-7, 0-14 e 0-21 DAT e seis períodos em que se reiniciou o controle das plantas daninhas prolongando até a colheita: 28, 42, 56, 70, 84 e 98 DAT. Duas testemunhas foram adotadas: uma com controle e outra sem controle das plantas daninhas durante todo o ciclo da cultura. Lycopersicon esculentum, Portulaca oleracea, Eragrostis pilosa e Galinsoga parviflora foram as plantas daninhas mais importantes na área. Não houve interação entre os diferentes períodos de controle das plantas daninhas. O controle inicial destas plantas deve se prolongar até 14 DAT e ser reiniciado aos 28 DAT, a fim de prevenir reduções significativas na produtividade em relação à testemunha no limpo A convivência com as plantas daninhas durante todo o ciclo da cebola reduziu a produtividade em 94,5%.An experiment was carried out in Monte Alto, SP to study the effects of different of weed control periods on the yield of onion (Allium cepa bulb, 'Mercedes' cultivar, under the transplanting system. The experiment was arranged in a completely randomized block design, with four replications. The treatments were arranged in 4 x 6 factorial design with four initial weed removal periods (after transplanting until 0, 7, 14 and 21 days and six final weed removal periods (from 28, 42, 56, 70, 84 or 98 days after transplanting until harvest. Two controls were adapted with and without weed control throughout the onion cycle. Lycopersicon esculentum, Portulaca oleracea, Eragrostis pilosa and

  19. Levantamento fitossociológico de plantas daninhas na cultura da cenoura em monocultivo e consorciada com rabanete

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. P. M. S. Rodrigues

    2016-01-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido na horta da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA, no período de setembro a dezembro de 2009, com o objetivo de realizar o levantamento fitossociológico nos seguintes tratamentos: sistema de monocultivo da cenoura (Daucus carota e sistema de cultivo da cenoura consorciada com rabanete (Raphanus sativus. Para cada sistema de plantio foram realizadas 24 amostragens em quadrados vazados de 0,50 m de lado, onde as plantas daninhas foram coletadas e separadas por espécie, para determinação das seguintes características: número total de indivíduos por espécie, número total de parcelas que contém a espécie, freqüência, freqüência relativa, densidade, densidade relativa, abundância, abundância relativa, massa seca, massa seca relativa, índice de valor de importância (IVI, e o índice de valor de importância incluindo a massa seca (IVI-MS. Foram identificadas 19 espécies, distribuídas em 12 famílias botânicas. A família mais representativa foi a Poaceae, seguida por Portulacaceae, Cyperaceae, Tumeraceae, Euphorbiaceae, Malvaceae, Amaranthaceae, Rubiaceae, Fabaceae, Molluginaceae, Convolvulaceae e Asteraceae. As áreas conduzidas no sistema de consórcio apresentaram redução de 13,2% na massa seca pelas plantas daninhas, embora a densidade não tenha sido alterada. A espécie de planta daninha Portulaca oleracea se destacou em relação às demais por ter acumulado 40,21 e 47,31% da massa seca produzidas infestantes em monocultivo e consórcio, respectivamente.Phyto-sociological survey of weed in carrot’s cultivation in monocrop and intercropped with radishAbstract: Was conducted the experiment in didact garden at the Rural Federal University of Semi-Arid, from September to December 2009, in order to carry out the phytosociological survey in the treatments: monocrop system of carrot (Daucus carota and intercropping system of carrot with radish (Raphanus sativus. For each planting system

  20. Efeito da palha e da mistura atrazine e metolachlor no controle de plantas daninhas na cultura do milho, em sistema de plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oliveira Maurílio Fernandes de

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito de níveis de palha de milho e da mistura formulada atrazine e metolachlor no controle de plantas daninhas na cultura de milho, em sistema de plantio direto. O ensaio foi realizado num Latossolo Vermelho distrófico, argiloso, fase cerrado, sendo a dessecação do mato feita com glyphosate, 15 dias antes do plantio. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e com três repetições. Antes do plantio do milho, distribuíram-se cinco níveis de palha de milho (0, 3, 6, 9 e 12 tha-1, nas parcelas, de modo uniforme. Nas subparcelas, após o plantio, foram considerados dois tratamentos referentes a herbicida: ausência de herbicida ou a dose de 6,0 Lha-1 de atrazine, e metolachlor (1.200+ 1.800gha-1. Avaliou-se o número das plantas daninhas, por espécie, aos 26 e 41 dias após o plantio. O número total de plantas daninhas foi reduzido significativamente pelos níveis de palha, independentemente da presença do herbicida e da época de avaliação. O herbicida não apresentou efeito significativo na primeira época de avaliação; entretanto, na segunda, a redução no número total de plantas daninhas foi de, aproximadamente, 53% em relação às parcelas que não o receberam. A população total de planta daninha foi significativamente superior na segunda avaliação, na ausência do herbicida. Na presença do herbicida, não houve diferença significativa na população total de invasoras entre as duas épocas de avaliação.

  1. Período crítico de interferência das plantas daninhas na cultura do feijoeiro-comum em sistema de semeadura direta

    OpenAIRE

    2013-01-01

    Resumo: No ano agrícola 1996/97 foi conduzido, na Fazenda Escola da Universidade Estadual de Ponta Grossa, em Ponta Grossa, PR, um experimento a campo com o objetivo de determinar o período crítico de prevenção da interferência das plantas daninhas sobre a cultura do feijoeiro-comum, em sistema de semeadura direta, associando este período com a fenologia da planta. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em arranjo fatorial 2X8, com quatro repetições. Os 16 tratamentos ...

  2. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura da mandioquinha-salsa Periods of weed interference in Peruvian carrot crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.S. Freitas

    2004-12-01

    Full Text Available A mandioquinha-salsa é normalmente cultivada em espaçamentos largos e a emergência das plantas e o crescimento inicial são lentos, favorecendo o surgimento de plantas daninhas e onerando o custo de produção. Este trabalho teve como objetivo determinar os períodos de interferência de plantas daninhas - período crítico de prevenção da interferência (PCPI, período anterior à interferência (PAI e período total de prevenção da interferência (PTPI - na cultura da mandioquinha-salsa, clone 'Amarelo de Carandaí', cultivada no espaçamento de 1,0 x 0,4 m, no período de maio de 2001 a abril de 2002. Os tratamentos foram constituídos por dois grupos de controle: em um manteve-se a cultura na ausência das plantas daninhas em períodos iniciais após o plantio das mudas e, em outro, a cultura foi mantida na presença das plantas daninhas em períodos iniciais após o plantio. Os períodos estudados foram: 0, 21, 42, 63, 84, 105, 126, 147, 168, 189, 210 e 315 dias após o plantio (DAP, totalizando 24 tratamentos, que foram dispostos em blocos casualizados, com quatro repetições. O PCPI de plantas daninhas na cultura da mandioquinha-salsa, considerando as perdas de raízes comerciais de 5% como aceitáveis, localizou-se entre o 58º e o 120º DAP. A interferência das plantas daninhas reduziu em 98% a produtividade de raízes comerciais quando a cultura conviveu com as plantas daninhas por todo o ciclo. O PAI foi de 58 dias; o PTPI, de 120 dias; e o PCPI, de 58 a 120 dias.Peruvian carrot is usually cultivated in wide row spacings and plant emergence and initial growth are slow, favoring weed growth and increasing production cost. The objective of this work was to establish the following periods of weed interference: critical period of interference prevention, period previous to interference and total period of interference prevention in Peruvian carrot, yellow clone, cultivated in a 1.0 x 0.4 m spacing from May, 2001 to April, 2002

  3. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do quiabo Periods of weed interference in okra crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.P.S Bachega

    2013-03-01

    Full Text Available Poucas pesquisas têm sido realizadas sobre interferência de plantas daninhas na cultura do quiabo. Objetivou-se com este trabalho estimar os períodos de interferência da comunidade infestante no quiabeiro. Um experimento de campo foi conduzido sob dois grupos de tratamentos, mantendo períodos crescentes de 0 (testemunha, 7, 21, 28, 35, 42, 49, 63, 77, 91 e 105 dias após a emergência da cultura (DAE, com e sem controle das plantas daninhas. As plantas daninhas com maior importância relativa foram Portulaca oleracea, Nicandra physaloides e Eleusine indica. A convivência do quiabeiro com as plantas daninhas por todo o ciclo de cultivo reduziu a produtividade da cultura em 95%. O período anterior à interferência foi de 57 DAE, enquanto o período total de prevenção à interferência foi de 14 DAE. Não houve período crítico de prevenção à interferência, sendo um único controle das plantas daninhas entre 14 e 57 DAE suficiente para prevenir a interferência na cultura do quiabo.Few research works have been carried out on weed interference in okra crop. The aim of this study was to estimate the periods of weed interference in okra crop. Thus, a field trial was carried out under two groups of treatments, using increased periods of 0 (check, 7, 21, 28, 35, 42, 49, 63, 77, 91, and 105 days after crop emergence (DAE with weed control and without weed control. Weeds with highest relative importance were Portulaca oleracea, Nicandra physaloides, and Eleusine indica. Coexistence of okra crop and weeds throughout the season reduced crop yield by 95%. The period before interference was 57 DAE, while total period of interference prevention was 14 DAE. There was no critical period of interference prevention, with a single weed control between 14 and 57 DAE being sufficient for interference prevention in okra crop.

  4. Nematóides associados a plantas daninhas na Região de Jaboticabal, SP Nematodes associated with weeds in the Region of Jaboticabal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.C.C.B. Ferraz

    1982-06-01

    Full Text Available Realizou-se, na região de Jaboticabal, SP, levantamento dos gêneros e espécies de nematóides fitoparasitos encontrados associados a plantas daninhas de ocorrência muito comum nas principais culturas locais . Para tal, utilizaram-se como materiais, amostras do solo da rizosfera e raízes das plantas daninhas. Foram identificadas 11 espécies de nematóides de interesse agrícola , pertencentes a sete diferentes gêneros, em 19 espécies daninhas.This paper deals with the associations between plant parasitic nematodes and weeds at the region of Jaboticabal, Sao Paulo State, Brazil . Nineteen weed species were included in the survey. Soil c ollected at the rhizosphere zone and roots of weeds constituted the samples for nematological study. Eleven nematode spe cies were identified on the weeds, belonging to seven different genera, namely Helicotylenchus, Macroposthonia, Meloidogyne, Paratrichodorus, Pratylenchus, Rotylenchulus, and Xiphinema.

  5. Weed interference in beet crop in direct sowing and transplanted = Interferência de plantas daninhas na cultura da beterraba em semeadura direta e transplantada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Naiara Guerra

    2016-10-01

    Full Text Available The seeding system of vegetable crops can interfere with the competitive ability of the crop to weeds. The aim of this study therefore was to evaluate the effect of different periods of control and coexistence of weeds on a beet crop, both cultivated under a no-till system and transplanted, for the spring/summer harvest in the town of Campo Mourão, in the State of Paraná, Brazil. Two experiments were carried out, one under a notill system and the other with the transplanting of beet seedlings. In both systems, the Itapuã 202 cultivar was used. The experimental design was of randomised blocks in a 2 x 7 factorial scheme, with four replications. The first factor was represented by two interference models (coexistence and control, and the second by seven growing seasons, in which the crop coexisted with, or was kept free of weeds: 0-7, 0-15, 0-25, 0-35, 0-50 and 0-70 days after emergence (DAE or after transplanting (DAT. Dry-matter weight accumulation of the weed community was evaluated, together with plant population, diameter of tuberous roots, and productivity in the beet crop. When implantation of the beet crop is by seed, weed control should be carried out from 5 to 50 days after emergence, while with the use of seedlings, the critical control period lies between 18 and 43 days after transplanting. The system of transplanting seedlings promoted greater competitive ability in the beet with weeds, and proved to be more efficient in assisting the management of weeds in the beet crop.= O sistema de semeadura de olerícolas pode interferir na capacidade competitiva da cultura em relação às plantas daninhas. Dessa forma, objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de diferentes períodos de controle e convivência de plantas daninhas na cultura da beterraba, cultivada em sistema de semeadura direta e transplantada, na safra de primavera/verão, no município de Campo Mourão-PR. Foram realizados dois experimentos, um com semeadura direta e

  6. Cadastramento fitossociológico de plantas daninhas na bananicultura Weed community assessment in the banana culture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G.L.G.C. Gomes

    2010-01-01

    Full Text Available O objetivo deste experimento, realizado na cultura da banana (Musa spp. no Vale do Ribeira, no município de Registro-SP, foi fazer um cadastramento fitossociológico das espécies de plantas daninhas sob duas formas de manejo do solo. A amostragem das espécies daninhas foi feita em duas áreas distintas de manejo, sendo uma com a cultura implantada em área de várzea drenada a 7 m de altitude e a outra com a bananicultura em área de sequeiro a 16 m de altitude. Na amostragem de um hectare, utilizou-se o método do quadrado inventário para cálculo de frequência, frequência relativa, densidade, densidade relativa, abundância, abundância relativa, índice de valor de importância e índice de importância relativa. Em ambas as áreas foram identificadas 10 famílias, distribuídas em 18 gêneros e 21 espécies. Na área de várzea drenada, 38% das famílias identificadas são monocotiledôneas e 62% dicotiledôneas, num total de 15 espécies, distribuídas em nove famílias. Na área de cultivo em sistema de sequeiro, foram identificados 50% de famílias monocotiledôneas e 50% de dicotiledôneas, num total de 11 espécies, distribuídas em seis famílias. As famílias com maior representatividade foram Poaceae, com sete espécies, seguida de Asteraceae, com três. Com o estudo realizado, verificou-se ainda grande diversidade de espécies nas áreas selecionadas.The objective of this work was to carry out a phytosociological assessment of the weed species occurring in the banana (Musa spp. culture, under two forms of soil management. The weed community sampling was carried out under field conditions in the Ribeira Valley, Registro, Sao Paulo. The weed species sampling was carried out in two areas, the first with the banana culture implanted in a wet area at seven meters of altitude and the second in a dry area at 16 meters of altitude. In both areas, the sample was carried out in one hectare, using the square inventory to calculate

  7. Efeitos de quantidades de fitomassa de adubos verdes na supressão de plantas daninhas Effects of cover crop biomass quantities on weed suppression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.J. Severino

    2001-08-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar as correlações entre a utilização de diferentes quantidades de fitomassa, incorporada ou na superfície do solo, dos adubos verdes amendoim-forrageiro (Arachis pintoi, crotalária (Crotalaria juncea e feijão-guandu-anão (Cajanus cajan na redução da emergência e produção de fitomassa seca das plantas daninhas capim-braquiária (Brachiaria decumbens, capim-colonião (Panicum maximum e picão-preto (Bidens pilosa, foi instalado um experimento em casa de vegetação do Departamento de Produção Vegetal da ESALQ/USP-Piracicaba. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com os tratamentos em quatro repetições, em esquema fatorial 3 x 6 x 3 x 2, sendo três adubos verdes (A. pintoi, C. juncea e C. cajan, seis quantidades de fitomassa (0; 0,5; 1; 2; 4; e 8 vezes a quantidade de adubo verde produzido pela média de campo, três plantas daninhas (B. decumbens, P. maximum e B. pilosa e duas formas de distribuição da fitomassa dos adubos verdes (na superfície do solo e de 0 a 5 cm de profundidade. As características avaliadas durante a condução do experimento foram as seguintes: densidade de plantas daninhas/vaso e produção de fitomassa seca das plantas daninhas (g/vaso, determinadas aos 15 e aos 30 dias após a instalação do experimento. Os resultados permitiram concluir que a fitomassa dos adubos verdes, nas duas formas utilizadas, reduz significativamente as populações das plantas daninhas testadas. As correlações ocorrem de maneira distinta pelos diferentes adubos verdes, sendo o feijão-guandu-anão, de forma geral, o mais efetivo na supressão das plantas daninhas.Different biomass quantities of the cover crops Arachis pintoi Krapov. & W.C. Gregory, Crotalaria juncea and Cajanus cajan were either incorporated or spread on the surface of the soil to study their effect on the emergence and dry mass production of the weeds Brachiaria decumbens, Panicum maximum and Bidens

  8. Eficácia e seletividade de herbicidas do grupo das imidazolinonas aplicados em pós-emergência de plantas daninhas monocotiledôneas na cultura do girassol CL

    OpenAIRE

    Francischini,A.C.; Santos,Gizelly, G.; J Constantin; H. Ghiglione; VELHO, G. F.; GUERRA,N.; G.B.P. Braz

    2012-01-01

    O controle das plantas daninhas, em geral, é realizado pelo uso de herbicidas, porém essa prática é limitada na cultura do girassol, por haver apenas dois produtos registrados para essa cultura (alachlor e trifluralin). Entretanto, o uso de novas tecnologias pode facilitar o controle das plantas daninhas com herbicidas que possuem amplo espectro de controle. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia e seletividade de herbicidas do grupo das imidazolinonas aplicados em pós-emergê...

  9. Efeito de período de controle de plantas daninhas na cultura de amendoim Effects of weed control periods on peanut crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.A. Pitelli

    2002-12-01

    Full Text Available Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes períodos de controle das plantas daninhas, sobre algumas características produtivas da cultura do amendoim. Os experimentos foram instalados no município de Taquaritinga-SP, em duas épocas de semeadura, sendo uma no cultivo "das secas", semeada durante o mês de março, e outra no cultivo "das águas", semeada durante o mês de setembro. Os tratamentos foram períodos de controle das plantas daninhas entre 017, 0-31, 0-45, 0-59, 0-73, 17-31, 17-45, 17-59, 17-73, 31-45, 31-59, 31-73, 45-59, 45-73 e 59-73 dias após a emergência da cultura. Foram mantidas duas testemunhas, uma sem controle e outra com controle das plantas daninhas durante todo o ciclo da cultura. A principal planta daninha, nos dois experimentos, foi Digitaria horizontalis. A comunidade infestante e a cultura foram influenciadas pela época de semeadura, modificando suas relações de interferência. No cultivo da época "das águas", os efeitos da convivência da comunidade infestante foram mais drásticos, afetando com maior intensidade a produtividade da cultura. Dentre as características produtivas avaliadas, o número de vagens por planta foi o principal fator na redução da produtividade. No cultivo "das águas", o controle somente foi necessário após os 45 dias iniciais de convivência, e na cultura "das secas", após os 59 dias, caracterizando os períodos anteriores à interferência. Nas duas épocas de semeadura o controle das plantas daninhas, realizado até 17 dias após a emergência, foi suficiente para garantir a produtividade da cultura semelhante à testemunha capina, caracterizando o período total de prevenção à interferência.Field trials were carried out to study the effect of weed control periods on some yield components of the peanut crop. Two experiments were carried out in Taquaritinga-SP, Brazil, one during the "dry season" (seeds sown in March, and the

  10. Interferência de plantas daninhas na cultura de algodão em sistema de plantio direto Weed interference in cotton crop under no-tillage system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.S. Freitas

    2002-08-01

    Full Text Available Em experimento conduzido em solo de textura argilosa, localizado no município de Viçosa-MG, durante o ano agrícola 1998/1999, avaliaram-se os períodos de convivência de plantas daninhas com a cultura do algodão conduzida em sistema de plantio direto. Foram avaliados os tratamentos: períodos de 0, 15, 30, 45, 60 e 75 dias após a semeadura da cultura do algodão em convivência com as plantas daninhas; depois desse período a cultura foi mantida livre da competição com as plantas daninhas até a colheita, em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. As parcelas foram constituídas de seis fileiras com 4 m de comprimento, espaçadas de 0,9 m, com seis plantas por metro. As plantas daninhas foram avaliadas ao final de cada período de convivência, determinando-se o número e a biomassa seca da parte aérea de cada espécie. Também foram avaliadas na cultura a altura média das plantas, aos 125 dias após a emergência (DAE, o número de maçãs por planta, o número de nós até a inserção do primeiro ramo frutífero e, na colheita, a produtividade de algodão em caroço. O acúmulo médio de biomassa seca do total de plantas daninhas foi de 4,7 g m-2 dia-1. Comparando os tratamentos com e sem interferência, verificou-se que a presença das plantas daninhas durante todo o ciclo da cultura aumentou o número de nós até a inserção do primeiro ramo frutífero e reduziu o número de maçãs e a altura das plantas, além de reduzir a produtividade de algodão em caroço em 81,2%. O período que antecede a interferência das plantas daninhas (PAI, considerando uma perda tolerável de 5% na produtividade de algodão em caroço, foi de 14 DAE.An experiment was conducted in clay soil texture, in Viçosa-MG, Brazil, during the growing season 1989/1999, to evaluate the periods of weed coexistence in a cotton crop under no-tillage. The treatments were: 0, 15, 30, 45, 60 and 75 days after crop seeding under weed coexistence

  11. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol Interference periods of weeds in sunflower crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.M. Brighenti

    2004-06-01

    Full Text Available Dois experimentos foram conduzidos na Embrapa Soja, Londrina-PR, com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes períodos de interferência de plantas daninhas sobre o rendimento de óleo e a produtividade da cultura do girassol. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com quatro repetições. Os períodos de interferência consistiram em manter a cultura na presença e na ausência das espécies daninhas por 7, 14, 21, 28, 42, 49, 56, 70, 84 e 118 dias após a emergência (DAE da cultura (total do ciclo. A comunidade infestante existente na área experimental era composta, principalmente, de picão-preto (Bidens subalternans e plantas voluntárias de trigo. Foram determinados a densidade e o peso da matéria seca das plantas daninhas, o rendimento de óleo e a produtividade da cultura. A presença da comunidade infestante proporcionou perdas diárias de 1,1 e 2,5 kg ha-1 para o rendimento de óleo e a produtividade, respectivamente. Na ausência das espécies daninhas, até 30 DAE, houve ganho diário de 6,5 kg ha-1 de rendimento de óleo e de 14,4 kg ha-1 de produtividade de grãos. A convivência do girassol com as plantas daninhas até 21 DAE não causou efeito sobre o rendimento de óleo e a produtividade da cultura, correspondendo ao período anterior à interferência (PAI. O período total de prevenção da interferência (PTPI foi de 30 DAE e o período crítico de prevenção da interferência (PCPI, dos 21 aos 30 dias após a emergência da cultura do girassol.Two experiments were carried out at Embrapa Soybean, Londrina, Paraná Brazil, to evaluate the effect of different periods of control or coexistence of weeds on sunflower crop, considering oil yield and seed yield. The experimental design was completly arranged in randomized blocks, with four replicates. The treatments for both experiments were maintaining the crop either with or without weeds for 7, 14, 21, 28, 42, 49, 56, 70, 84 and 118 days after crop

  12. Efeitos de métodos de controle de plantas daninhas na cultura do cafeeiro (Coffea arabica L. sobre a qualidade física do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. N. Alcântara

    2000-12-01

    Full Text Available Estudaram-se os efeitos de diferentes métodos de controle de plantas daninhas na cultura do cafeeiro sobre alguns indicadores da qualidade física do solo. O experimento foi instalado, em 1977, na Fazenda Experimental da EPAMIG em São Sebastião do Paraíso (MG, em um Latossolo Roxo distrófico. Foi utilizado o cultivar "Catuaí Vermelho" LCH 2077-2-5-99, plantado no espaçamento 4 x 1 m. Roçadeira (RÇ, grade (GR, enxada rotativa (RT, herbicida de pós-emergência (HC, herbicida de pré-emergência (HR e capina manual (CM foram empregados no controle das plantas daninhas na entrelinha de plantio ("ruas", em comparação com a área cultivada mantida sem capina (SC e a condição original de mata (MT. Os seguintes indicadores da qualidade física do solo foram avaliados, entre 1978 e 1995, nas camadas de 0-15 e 15-30 cm: matéria orgânica, densidade do solo, volume total de poros e estabilidade de agregados em água. Após dezoito anos de avaliações, a qualidade física do solo mostrou-se diretamente correlacionada com o seu teor de matéria orgânica. A utilização contínua de herbicida de pré-emergência, além de reduzir o teor de matéria orgânica do solo, provocou o surgimento de encrostamento superficial do solo. Os usos da enxada rotativa e da roçadeira acarretaram o surgimento de camada subsuperficial compactada. O controle das plantas daninhas por meio de capinas manuais e herbicidas de pós-emergência mostraram-se eficientes na manutenção da qualidade física do solo.

  13. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do sorgo Weed interference periods in sorghum crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.C.P. Rodrigues

    2010-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho estimar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do sorgo granífero BRS 310. O experimento foi realizado no município de Botucatu/SP, em delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos constituíram-se de oito períodos de controle, nos quais a cultura foi mantida livre da comunidade de plantas daninhas, e de oito períodos de convivência, nos quais a cultura foi mantida na presença da comunidade infestante. Os períodos foram: 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 e 56 dias após a semeadura (DAS, além de uma testemunha mantida livre da interferência das plantas daninhas e outra mantida na presença destas. Foram identificadas 11 famílias e 17 espécies de plantas daninhas, destacando-se as famílias Asteraceae e Poaceae, com o maior número de espécies. Para determinação dos períodos de interferência, os dados de produtividade de grãos, comprimento da panícula e massa seca da parte aérea das plantas de sorgo obtidos foram ajustados ao modelo de regressão não linear: y = a/[1+(x/bc]. Considerando como aceitável perda de 5% para a produtividade de grãos, o comprimento da panícula e a massa seca da parte aérea das plantas de sorgo, determinou-se o período anterior à interferência (PAI de 42, 72 e 15 DAS e o período total de prevenção à interferência (PTPI de 26, 17 e 12 DAS, respectivamente. Não houve período crítico de prevenção da interferência (PCPI para os parâmetros avaliados.The aim of this work was to estimate weed control periods and weed coexistence periods in sorghum 'BRS 310' crop. The experiment was carried out in Botucatu, São Paulo, Brazil. The experimental design was a randomized complete block with four replications and the treatments consisted of eight control periods, in which the crop was maintained weed- free and of eight coexistence periods, in which the crop was maintained in the presence of the weeds. The

  14. Períodos de interferência de uma comunidade de plantas daninhas na cultura da batata Weed interference periods in potato crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.V. Costa

    2008-03-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho avaliar diferentes períodos de controle e de convivência de uma comunidade de plantas daninhas na cultura da batata 'Atlantic'. O experimento foi realizado no município de Botucatu-SP, e o delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso com quatro repetições. Os tratamentos constituíram-se de seis períodos de controle, nos quais a cultura foi mantida livre da comunidade de plantas daninhas e após cada período, as plantas daninhas foram deixadas crescer livremente; e de seis períodos de convivência, nos quais a cultura foi mantida na presença da comunidade de plantas daninhas e após cada período, as plantas daninhas foram eliminadas até a colheita. Os períodos foram de 7, 14, 21, 28, 35 e 42 dias após o plantio dos tubérculos, além de uma testemunha mantida sempre livre de plantas daninhas e outra mantida sempre na presença dessas plantas. Foram identificadas 9 famílias e 15 espécies de plantas daninhas, com destaque para Bidens pilosa, Galinsoga parviflora,Brachiaria plantaginea,Commelina benghalensis e Digitaria horizontalis. Os resultados de produção de tubérculos ajustaram-se ao modelo de regressão não-linear: y = 8,907+(17,722/[1+(x/16,865-8,412], (R² = 0,963* - equação para os períodos de controle e y = 5,728+(24,789/[1+(x/39,2922,247 ], (R² = 0,947* - equação para os períodos de convivência. Assim, considerando perda de 5% na produtividade como aceitável, foram determinados o período anterior à interferência (PAI, que foi de 20 dias; o período total de prevenção à interferência (PTPI, de 21 dias; e o período crítico de prevenção da interferência (PCPI, de apenas de um dia, dos 20 aos 21 dias após o plantio dos tubérculos.The aim of this research was to evaluate different weed control periods and weed coexistence periods in the potato crop 'Atlantic'. The experiment was carried out in Botucatu-SP, Brazil. The experimental design was a randomized

  15. Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do algodoeiro (Gossypium hirsutum Weed interference periods in cotton crop (Gossypium hirsutum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.P. Salgado

    2002-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de determinar os efeitos de períodos de controle e de convivência das plantas daninhas na produtividade da cultura do algodoeiro (Gossypium hirsutum, cultivar Delta-Opal, realizou-se um experimento que constou de dois grupos de tratamentos. No primeiro, a cultura permaneceu livre da competição das plantas daninhas desde a emergência até 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49, 56, 63 dias e colheita (159 dias. No segundo, a cultura permaneceu em competição com a comunidade infestante desde a emergência até os mesmos períodos descritos para a primeira série de tratamentos. Dentre as espécies de plantas daninhas encontradas na área experimental, destacaram-se a tiririca (Cyperus rotundus, o fedegoso (Senna obtusifolia, a anileira (Indigofera hirsuta e o capim-carrapicho (Cenchrus echinatus. Pelas condições edáficas, climáticas e florísticas sob as quais foi conduzida a cultura de algodão, o Período Anterior à Interferência (PAI dessa comunidade que reduziu em 5% a produtividade da cultura foi de oito dias após a emergência da cultura (DAE; o Período Total de Prevenção da Interferência (PTPI foi de 66 DAE; e o Período Crítico de Prevenção da Interferência (PCPI foi dos 8 aos 66 DAE.In order to evaluate the effects of weed control and weed coexistence periods on cotton (Gossypium hirsutum cultivar Delta Opal yield, an experiment was carried out consisting of two treatment groups. In the first, the crop was weed free from from emergence until 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49, 56, 63 days, and harvest (159 days respectively. In the second group, the crop was in competition with the weed community from emergence until the same period, as described for the first series of treatment, respectively. Among the weed species found in the experimental area, the most important were purple nutsedge (Cyperus rotundus, sicklepod (Senna obtusifolia, indigo (Indigofera hirsuta and sandbur (Cenchrus echinatus. The period after cotton plant

  16. Composição florística das plantas daninhas na cultura de guaraná (Paullinia cupana), no estado do Amazonas

    OpenAIRE

    Albertino,S.M.F.; Silva,J.F.; R. C. Parente; L.A.S. Souza

    2004-01-01

    O estudo da composição da flora de plantas daninhas de uma área ou de uma região agrícola é importante, por identificar a diversidade de espécies e contribuir para recomendação de estratégias de manejo a serem empregadas nos sistemas agrícolas. Este trabalho teve o objetivo de identificar a composição florística de plantas daninhas em plantios de guaraná em cinco municípios (Coari, Iranduba, Maués, Presidente Figueiredo e Urucará) do Estado do Amazonas. As plantas daninhas foram amostradas em...

  17. Avaliação de resíduo do herbicida imazethapyr e da interferência de plantas daninhas na cultura da alfafa

    OpenAIRE

    Pagotto,Juliana Z.; Reis,Ricardo A.; Julio C. Durigan

    1998-01-01

    Foram conduzidos dois experimentos de campo em área experimental do Departamento de Nutrição Animal e Pastagens da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (UNESP), Campus de Jaboticabal, com o objetivo de observar resíduos do herbicida imazethapyr na forragem da alfafa e analisar a interferência de plantas daninhas monocotiledôneas e dicotiledôneas. No primeiro experimento, o herbicida foi aplicado nas doses de 0,5 e 1,0 l do p.c./ha, nos estádios de desenvolvimento: início de brotação ...

  18. Sistemas de manejo de plantas daninhas no desenvolvimento e na produtividade da soja Burndown systems on growth and grain yield in soybeans in Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jamil Constantin

    2009-01-01

    Full Text Available A escolha do momento adequado para a dessecação da cobertura vegetal antecedente à semeadura é fundamental para o êxito da cultura da soja cultivada no sistema de plantio direto. Neste contexto, o objetivo do trabalho foi o de avaliar dois sistemas de manejo de plantas daninhas: imediatamente antes da semeadura (sistema "Aplique-Plante" - AP e o manejo antecipado (MA, composto por duas aplicações. No MA, a primeira aplicação de glyphosate (1240 g ha-1 foi entre 30 e 35 dias antes da semeadura da cultura, e a segunda às vésperas da semeadura. Para o AP, as aplicações com 1.080 a 1.260 g ha-1 de glyphosate foram realizadas 48 horas antes da semeadura. Os trabalhos foram desenvolvidos na safra 2003/2004, em seis localidades no Estado do Paraná: Sertãozinho, Campo Mourão, Iretama, Pitanga, Boa Esperança e Mamborê, em áreas com grande densidade de infestação de plantas daninhas antes da semeadura direta da soja. Foram realizadas avaliações referentes ao controle das plantas daninhas e desenvolvimento e produtividade da cultura. Com a utilização do MA foi proporcionado maior controle das plantas daninhas após a emergência da cultura. As plantas de soja nas áreas AP estavam com menor altura, em comparação às no MA, evidenciando-se atraso no crescimento. Verificou-se redução de produtividade em todas as localidades onde se adotou o manejo AP, com reduções entre 15% e 50%.The choice of the adequate moment for the desiccation of the green cover that precedes the sowing is fundamental for the success of no-till soybeans. This context, the work was aimed to study two burndown systems: desiccation immediately before sowing (AP and anticipated desiccation (MA, composed by two burndown herbicide applications. For MA, the first application of glyphosate (1240 g ha-1 occurred between 30 and 35 days before the sowing of the crop, and the second was done just before sowing. For AP, the applications (1080 to 1260 g ha-1 of

  19. Controle de plantas daninhas na cultura do milho com gliricídia em consorciação Weed control in maize crop with gliricidia intercropping

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B.B. Araújo Jr.

    2012-12-01

    Full Text Available A gliricídia (Gliricidia sepium é leguminosa perene, cultivada para propósitos múltiplos, que apresenta crescimento rápido e várias substâncias com propriedades alelopáticas. Existem indicações de que a consorciação com gliricídia também pode trazer benefícios no controle das plantas daninhas do milho. O objetivo deste trabalho foi avaliar o controle das plantas daninhas no milho (híbrido duplo AG 1051 com gliricídia em consorciação. Utilizou-se o delineamento em blocos completos casualizados, com oito repetições. Os tratamentos consistiram em: cultivo do milho com capinas (duas, aos 20 e 40 dias após a semeadura, sem capinas e em consorciação com a gliricídia. A gliricídia foi semeada a lanço, com 25 sementes m-2, por ocasião da semeadura do milho, entre as fileiras deste. Quinze espécies de plantas daninhas foram catalogadas na área experimental, sendo Commelina benghalensis a mais frequente. Os rendimentos de espigas verdes (empalhadas e despalhadas obtidos com a consorciação foram iguais ou superiores a 85% dos rendimentos obtidos com capinas. Além disso, o rendimento de grãos no consórcio chegou a 80% do rendimento de grãos do milho capinado. Portanto, a consorciação com a gliricídia pode ser uma alternativa viável para as produções de milho verde e de grãos, embora essa consorciação não tenha influenciado a densidade e a biomassa seca das plantas daninhas.Gliricidia (Gliricidia sepium, a perennial leguminous species presenting fast growth and several allelopathic substances, is cultivated for multiple purposes. There are good evidences that gliricidia intercropped with maize efficiently controls weeds. This work aimed to evaluate the use of gliricidia intercropped with maize as a method of weed control in maize (hybrid AG 1051. The experiment was carried out in a randomized complete block design with eight replications. The treatments consisted of: maize cropping with hand-hoeing weed control

  20. Período crítico de interferência das plantas daninhas na cultura do milho baseado na fenologia da cultura Critical period of weed interference in corn crop based on crop phenology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.A. Kozlowski

    2002-12-01

    Full Text Available No ano agrícola 2000/2001 foi conduzido, na Fazenda Experimental Gralha Azul/PUCPR, um experimento de campo com o objetivo de determinar o período crítico para prevenção da interferência das plantas daninhas sobre a cultura do milho, determinado com base na fenologia da cultura. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em arranjo fatorial 2x7, com quatro repetições. Os 14 tratamentos testados foram resultados da combinação de duas séries de tratamentos: com a cultura em períodos iniciais de crescimento em competição com as plantas daninhas, e com a cultura em períodos iniciais de crescimento sem competição; estes períodos iniciais foram caracterizados por estádios fenológicos da cultura do milho - V2, V4, V6, V8 e V10 - e duas testemunhas. O experimento foi instalado em uma área sob plantio direto, com semeadura realizada de acordo com a tecnologia recomendada para a cultura, com adubações no sulco e em cobertura e tratamentos fitossanitários, para que as plantas de milho se desenvolvessem normalmente. O período crítico de prevenção da interferência ocorreu entre os estádios fenológicos V2 e V7, e a interferência das plantas daninhas reduziu em média 87% o rendimento de grãos da testemunha em competição durante todo o ciclo da cultura em relação à testemunha sem competição com as plantas daninhas, por todo o ciclo. Com relação à comunidade infestante, as dicotiledôneas representaram 22,3% das plantas daninhas, destacando-se as espécies Taraxacum officinale, Senecio brasiliensis, Rumex obtusifolius e Bidens pilosa, e as monocotiledôneas, 77,7% da comunidade infestante, com destaque para Brachiaria plantaginea. O acúmulo de biomassa seca das plantas de milho, a população final e o número de espigas por planta não foram afetados pela interferência das plantas daninhas.A field experiment was carried out to determine the critical period of weed interference in corn, under a no

  1. Resistência de plantas daninhas aos herbicidas inibidores da ALS na cultura da soja (Glycine max Weed resistance to ALS - inhibiting herbicides in soybean (Glycine max crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monqueiro

    2000-01-01

    Full Text Available As plantas daninhas Bidens pilosa/Bidens subalternans (picão-preto e Amaranthus quitensis (caruru são controladas na cultura da soja por diversos herbicidas, sendo os inibidores da acetolactato sintase (ALS os mais utilizados pelos sojicultores. O uso intensivo e repetitivo destes herbicidas em áreas cultivadas com soja no município de São Gabriel do Oeste (MS - Brasil e nas províncias de Córdoba e Tucumã (Argentina proporcionou grande pressão de seleção nas populações destas plantas daninhas, resultando em populações resistentes. Com o objetivo de determinar a resistência cruzada aos herbicidas inibidores da ALS, pertencentes aos grupos químicos sulfoniluréia e imidazolinona, foi conduzido um experimento, em condições de casa de vegetação, na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ, Piracicaba, São Paulo. As plantas daninhas picão-preto e caruru, provenientes de áreas com suspeita de resistência aos herbicidas inibidores da ALS, foram tratadas com os herbicidas chlorimuron-ethyl, imazethapyr e nicosulfuron em diversas doses e comparadas com as plantas provenientes de populações suscetíveis. Os tratamentos foram estabelecidos considerando-se doses que proporcionariam no mínimo 50% do controle das plantas daninhas (GR50, utilizando-se para isso doses abaixo e acima das doses recomendadas de cada herbicida. O herbicida chlorimuron-ethyl foi aplicado nas doses de 1.500, 750, 150, 75, 15, 7,5 e 1,5 g i.a. ha-1; o imazethapyr, nas doses de 8.000, 4.000, 800, 400, 80, 40 e 8 g i.a. ha-1; e o nicosulfuron, nas doses de 1.200, 600, 120, 60, 12, 6 e 1,2 g i.a. ha-1. Os biotipos resistentes apresentaram diferentes níveis de resistência cruzada aos herbicidas utilizados. O biotipo resistente de picão-preto apresentou GR50 para chlorimuron-ethyl, imazethapyr e nicosulfuron de 1,49; 1,27; e 20,08 g i.a. ha-1, respectivamente. Da mesma forma, o GR50 do biotipo resistente de caruru foi de 6,8; 2,45; e 23,54 g i

  2. Cobertura morta e adubação orgânica na produção de alface e supressão de plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabel Cristina Pereira Vaz Ferreira

    2013-08-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar os efeitos da cobertura do solo e da adubação orgânica sobre a temperatura e a umidade do solo, a incidência de plantas daninhas e a produtividade da alface. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, em esquema fatorial (3 x 3, em que o primeiro fator corresponde aos tipos de cobertura morta (capim tifton, capim napier e ausência de cobertura e, o segundo, aos adubos (esterco bovino, esterco de galinhas e ausência de adubação. Analisaram-se as variáveis temperatura e umidade do solo, o número de folhas produzidas pela alface, as massas de matéria fresca e seca da parte aérea, das plantas de alface e daninhas, e o levantamento fitossociológico das plantas infestantes. As plantas adubadas com esterco de galinhas apresentaram massas de matéria fresca e seca superiores às das plantas não adubadas. A cobertura morta com capim tifton proporcionou aumento da massa de matéria seca das plantas de alface, o que pode estar relacionado com a menor temperatura dos canteiros que receberam esse material como cobertura. Commelina benghalensis foi a planta infestante mais importante no cultivo orgânico de alface. A aplicação de adubos orgânicos e a cobertura morta com capins não foram capazes de suprimir plantas daninhas e manter a umidade do solo, em áreas de cultivo de alface.

  3. Plantas daninhas como hospedeiras alternativas para Pratylenchus brachyurus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Braga Pereira Braz

    Full Text Available RESUMO Uma das ações indiretas exercidas pelas plantas daninhas na interferência sob espécies cultivadas é o potencial de hospedar agentes causadores de enfermidades. O nematoide das lesões radiculares (Pratylenchus brachyurus vem causando uma série de danos em diversas culturas no Brasil. Para o manejo deste fitoparasita, o cultivo de diferentes espécies de crotalárias tem sido empregado. O objetivo deste trabalho foi avaliar a hospedabilidade de plantas daninhas para P. brachyurus, bem como o efeito de supressão de diferentes espécies de crotalária. Para isso, foi instalado um experimento em casa de vegetação no delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial (2x17, com seis repetições. O primeiro fator consistiu na presença ou ausência da inoculação do nematoide. O segundo correspondeu a dezessete espécies vegetais, sendo onze plantas daninhas, quatro crotalárias (C. breviflora, C. juncea, C. ochroleuca e C spectabilis e duas variedades de soja, as quais serviram como testemunha sendo hospedeiras de P. brachyurus. A inoculação do nematoide das lesões radiculares não influenciou a altura de plantas e massa seca de parte aérea das diferentes espécies avaliadas. Portulaca oleracea, Amaranthus viridis e Sida rhombifolia foram as espécies com maior número de nematoides por sistema radicular, e apenas a S. rhombifolia apresentou comportamento semelhante a testemunha (variedade de soja BMX Potência RR®. Com relação ao número de nematoides por grama de raiz, os maiores valores foram observados para A. viridis, seguido por P. oleracea. Excluindo-se a C. juncea, todas as demais espécies de crotalária apresentaram-se como boas opções para o manejo em áreas infestadas com P. brachyurus.

  4. Efeito do espaçamento entre fileiras de amendoim rasteiro na interferência de plantas daninhas na cultura Effect of peanut crop row spacing on weed interference in the culture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.C.S. Dias

    2009-06-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da redução do espaçamento entre fileiras nos períodos de interferência e na produtividade do amendoim rasteiro (Arachis hypogaea. O experimento foi instalado no município de Jaboticabal-SP. Os tratamentos constaram de dois espaçamentos entre fileiras (80 e 90 cm, divididos em dois grupos. No primeiro, as plantas daninhas foram controladas desde a emergência até 0 (interferência constante, 30, 45, 60, 82, 97 e 112 dias depois. No segundo, as plantas daninhas conviveram com a cultura pelos mesmos períodos do grupo anterior. O delineamento experimental adotado foi o de blocos casualizados, em arranjo de parcelas subdivididas, com quatro repetições. As principais plantas daninhas presentes na área foram Digitaria sp., Xanthium strumarium, Acanthospermum hispidum e Cenchrus echinatus. Para uma perda tolerável de 5% de produtividade, o período crítico de prevenção à interferência foi dos 27 aos 76 e dos 35 aos 96 dias após a emergência para os espaçamentos de 80 e 90 cm, respectivamente; a queda de produtividade das parcelas mantidas com interferência de plantas daninhas em relação àquelas no limpo foi superior a 80%, independentemente do espaçamento.The aim of this research was to evaluate the effect of reducing the spacing between rows in periods of weed interference and peanut (Arachis hypogaea yield. The experiment was carried out in Jaboticabal, Brazil. Treatments consisted of two row spacings (80 to 90 cm, divided into two groups. In the first group, the weeds were controlled since emergence up to 0 (constant interference, 30, 45, 60, 82, 97 and 112 days. In the second group, the weeds were allowed to grow with the peanut culture during the same periods. The experiment was arranged in a randomized block design with treatments in split-plots, with four repetitions. The main weeds in the area were Digitaria sp., Xanthium strumarium, Acanthospermum hispidum and Cenchrus

  5. Weed interference in sweet pepper in no-tillage and conventional planting systems = Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do pimentão nos sistemas de plantio direto e convencional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Luiz Xavier Lins Cunha

    2015-06-01

    Full Text Available The subject of this work is evaluate the periods of weeds interference on yield of sweet pepper (Capsicum annum L., cultivated in no-tillage and conventional systems. Therefore, an experiment was conducted in randomized blocks of a distributed split plots with four replications design. The no-tillage and conventional systems were evaluated in plots and subplots, during the seven periods of control and coexistence among sweet peppers and weeds: 0; 0–14; 0–28; 0–49; 0–70; 0–91 and 0–112 days after transplanting (DAT. Before weeding and harvest time, they were evaluated species, density and dry mass of weeds. In the sweet peppers crops, diameter, length, number, average fruit weight and yield were evaluated. It was observed less weeds in no-tillage than conventional system. Without competitors, these weet peppers productivity was 69.57% less in conventional than no-tillage system. The critical period of weeds interference was from 19 to 95 DAT in no-tillage system and from 11 to 100 DAT in convention tillage = Objetivou-se com este trabalho avaliar os períodos de interferências das plantas daninhas no pimentão (Capsicum annum L., cultivado nos sistemas de plantio direto (SPD e convencional (SPC. Para isso, foi realizado um experimento em esquema de parcelas subdivididas, distribuídas no delineamento em blocos casualizados com quatro repetições. O SPD e o SPC foram avaliados nas parcelas, e nas subparcelas, os sete períodos de controle e convivência entre as plantas daninhas e o pimentão: 0; 0–14; 0–28; 0–49; 0–70; 0–91 e 0–112 dias após transplantio (DAT. Antes de cada capina e na ocasião da colheita, foram avaliadas as espécies, a densidade e a matéria seca das plantas daninhas. Na cultura do pimentão foram avaliados diâmetro, comprimento, número, peso médio dos frutos e produtividade. Verificou-se menor incidência de plantas daninhas no SPD em relação ao SPC. Quando mantida livre da competição com as

  6. Resistência de plantas daninhas aos herbicidas Weed resistance to herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro J. Christoffoleti

    1994-01-01

    Full Text Available A resistência de plantas daninhas aos herbicidas ocorre em função de um processo evolutivo. O desenvolvimento de biótipos de plantas daninhas resistentes é imposto pela agricultura moderna, através da pressão de seleção causada pelo uso intensivo dos herbicidas. O conhecimento dos mecanismos e fatores que favorecem o aparecimento de biótipos de plantas daninhas resistentes é fundamental para que técnicas de manejo sejam utilizadas no sentido de evitar ou retardar o aparecimento de plantas resistentes em uma área. São poucos os relatos ou citações de literatura no Brasil. Sendo assim, este trabalho de revisão procura relatar os principais avanços e descobertas na área de plantas daninhas resistentes aos herbicidas.Weed herbicide resistance has evolved from weed evolution. The modern agriculture is responsible for this evolution because of the intensive use of herbicides. The knowledge of mechanisms and factors that influence the weed herbicide resistance play an important role in the weed manegement techniques used to avoid or delay herbicide resistance appearence. There are not many report or scientific papers about herbi cide resistance in Brasil. Therefore, this literature review aims to provide information about the main advances and discoveries in the field of weed herbicide resistance.

  7. The effects of the coexistence of weed communities on table beet yield during early crop development = Efeitos de convivência da comunidade de plantas daninhas na produção de beterraba durante o desenvolvimento inicial da cultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Bianco Carvalho

    2010-10-01

    Full Text Available The objective was to evaluate the effects of initial weedy periods on the weed community and on the productivity of direct seeded and transplanted table beet cropping systems. A field trial was conducted at São Paulo State University, Brazil, in a randomized complete block design using a 2 x 13 factorial scheme. Direct seeding and seedling transplanting methods were evaluated within thirteen increasing weekly weedy periods. Weed relative importance was calculated and weed density and weed dry matter accumulation data were analyzed by nonlinear regression as well as beet yield and stand, which were submitted to analysis of variance. Amaranthus viridis, Coronopus didymus, Cyperus rotundus, Digitaria nuda, Galinsoga parviflora and Nicandra physaloides were the most important weeds found, with special reference to C. didymus. Weed dry matter accumulation was greater in the direct seeded crop, although weed density was higher in the transplanted crop. Transplanted beet yield was greater than of direct seeded beet in the weed-free treatment during the whole crop cycle. Crop-weed coexistence could remain for four and seven weeks after seeding/transplanting in direct seeded and in transplanted beet, respectively, before reducing yield economically. Thus, direct seeded crop was more susceptible to weed interference than the transplanted one.Objetivando avaliar efeitos de períodos de infestação inicial na comunidade infestante e na produtividade da beterraba em sistema de semeadura direta e transplantio, conduziu-se um experimento em delineamento de blocos casualizados, esquema fatorial 2 x 13. Métodos de semeadura direta e transplante de mudas foram avaliados dentro de 13 períodos semanais crescentes de infestação. Importância relativa, densidade e matéria seca acumulada pelas plantas daninhas foram analisadas por regressão não-linear, assim como produtividade e estande da cultura de beterraba, que foram submetidos à análise de vari

  8. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura da soja: I - cultivar iac-11 Weed interference periods in soybean crop: I - variety iac-11

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.T. Carvalho

    2001-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi o de estudar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura da soja, cultivar IAC-11, em região de cerrado no nordeste do Mato Grosso do Sul. Os tratamentos utilizados no experimento constaram de testemunhas capinada e sem capina e de diferentes épocas de controles das plantas daninhas, de modo que a cultura da soja foi mantida na presença ou na ausência das plantas daninhas até os 10, 20, 30, 40 e 50 dias após a sua emergência. Foram realizadas avaliações de cobertura do solo por espécie daninha e avaliações relativas ao crescimento e à produtividade da cultura. Observou-se que a cultura da soja suportou a convivência com as plantas daninhas até os 49 dias após a sua emergência (PAI = 49 DAE e que as plantas daninhas que germinaram após os 20 dias da emergência da cultura não afetaram a sua produtividade (PTPI = 20 DAE. A ocorrência do período inicial de convivência possível (49 DAE maior que o período final (20 DAE confere aos períodos de convivência uma característica diferente e não ocorre o Período Crítico de Prevenção da Interferência (PCPI. Nessa situação, o controle de plantas daninhas recomendado é o método momentâneo, com herbicida pós-emergente ou mecanicamente, utilizado uma única vez, dentro do período que vai do término do PTPI ao término do PAI, ou herbicida pré-emergente com efeito residual que ultrapasse o PTPI.The objective of this research was to study the periods of weed interference in soybean crop, variety IAC-11, in northeastern Mato Grosso do Sul. The experiment treatments consisted of control with and without weeds, and different times of weed control, so that the soybean culture was maintained in the presence or the absence of the weeds up to the 10, 20, 30, 40 and 50 days after its emergence. Soil covering evaluations according to weed species were accomplished as well as culture growth and productivity evaluations. Soybean

  9. Controle de plantas daninhas na cultura do arroz de sequeiro (Oryza sativa L. Weed control in upland rice (Oryza sativa L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Victoria Filho

    1981-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar o controle de plantas daninhas com herbicidas na cultura do arroz de sequeiro, foi conduzido o presente experimento em um latossolo roxo, série Jaboticabal com 4,82% de m.o, utilizando-se a variedade Pratão Precoce. Foram util izados os seguintes tratamentos com as respectivas doses em kg do i.a/ha: pendimethalin a 0,75, 1,00 e 1,50; AC-92390 a 1,00, 2,00 e 3,00; butachlor a 2,05; benthiocarb a 4,50; oxadiazon a 1,0 todos em pré emergência; e propanil a 4,32; propanil + 2,4-D amina a 2,88 + 0,36 e propanil + parathion metílico a 1,98 + 0,24, em pósemergência aos 29 dias após o plantio. As plantas daninhas que ocorreram em maior densidade foram: carrapicho-de-carneiro (Acanthospermum hispidum D.C. , trapoe raba (Commelina sp., falsa-dormideira (Cassia patellaria D.C., anileira (Indigofera hirsuta L., capimcarrapicho (Cenchrus echinatus L., beldroega (Portulacca oleracea L. e guanxuma (Sida sp.. O carrapicho-de-carneiro só foi controlado pelos tratamentos em pós -emergência; a falsa-dormideira pelo butachlor e pelos tratamentos em pós-emergência. No controle geral os melhores indices foram obtidos com os tratamentos em pós-emergência. Os tratamentos em pré-emergência foram capinados aos 36 dias após o pl antio devido ao baixo controle do carrapicho-de-carneiro, e os de pós-emergência aos 54 di as devid o ao baixo controle da trapoeraba. Quanto à fitotoxicidade à cultura o tratamento propanil + parathion metflico atingiu fitotoxicidade quase forte (nota 5,8 pela escala E.W.R.C., todavia não houve diferença significativa entre os diferentes tratamentos com herbicida na produção de grãos.A field trial was performed, on a oxisol (Latos - solic B containing 4.82% organic matter, with the objetive to verify the weed control with pre and postemergence herbicides in upland rice cv "Pratão Precoce". The following treatments were used (kg a.i/ha : pendimethal in at 0,75, 1,00 and 1,50; AC-92390 at 1

  10. Manejo de plantas daninhas na cultura de milho em função do arranjo espacial de plantas e características dos genótipos Weed management in the corn crop through plant spatial arrangement and characteristics of genotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvadi Antonio Balbinot Junior

    2005-02-01

    Full Text Available Para se obter elevada produtividade de grãos na cultura de milho, é preciso a utilização de práticas de manejo que reduzam o efeito negativo da infestação de plantas daninhas sobre a cultura. As relações de competição entre a cultura de milho e as plantas daninhas são usualmente influenciadas pelo arranjo espacial das plantas da cultura e pelas características morfofisiológicas dos genótipos. Esta revisão de literatura tem o objetivo de discutir a influência do arranjo espacial e das características dos genótipos das plantas de milho nas relações de competição entre a cultura e as plantas daninhas. Em geral, arranjos mais eqüidistantes entre plantas, obtidas pela redução do espaçamento entre fileiras, promovem maior competitividade à cultura. Em adição, genótipos que apresentam alta velocidade de crescimento no início do ciclo e características de planta apropriadas, especialmente estatura, sofrem menos a competição com plantas daninhas.Management practices contribute to reaching high grain yield in corn, which reduce negative effects of weed infestations. The competitive relationship between corn crop and weeds are usually modified by crop plant spatial arrangement and genotype morphophysiological characteristics. This literature review aims to discuss the influence of plant spatial arrangement and corn genotype characteristics in the competition relationship with weeds. Generally, equidistant plant arrangements, achieved through row width reduction, promote greater crop competitivity. Additionally, crop genotypes which present rapid initial growth, and suitable plant characteristics, particularly plant height, can tolerate interspecific plant competition better.

  11. Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura de cebola (Allium cepa transplantada Periods of weed interference with transplanted onion crop (Allium cepa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.J. Soares

    2003-12-01

    Full Text Available O trabalho foi realizado com o objetivo de estudar os efeitos de períodos de convivência (0, 14, 28, 42, 56, 70, 84 e 98 dias após o transplantio de uma comunidade de plantas daninhas sobre a produtividade de quatro cultivares de cebola (Mercedes, Granex 33, Superex e Serrana, em sistema de transplantio de mudas. O experimento foi instalado em Jaboticabal-SP, de abril a outubro de 2000, utilizando delineamento experimental de blocos ao acaso, quatro repetições, em esquema fatorial 4 x 8. As principais populações de plantas daninhas no final dos períodos de convivência foram de Coronopus didymus, Amaranthus hybridus e Cyperus rotundus. Os cultivares Mercedes (2,90 kgm-2 e Granex 33 (2,64 kgm-2 foram os mais produtivos, independentemente da interferência das plantas daninhas. A convivência com as plantas daninhas durante os primeiros 98 dias reduziu a produtividade da cebola em 95% e o peso médio de bulbos em 91%. O período anterior à interferência (PAI foi de 42 dias, não havendo diferença entre os cultivares de cebola.This research was carried out to evaluate the effects of weed coexistence periods (0, 14, 28, 42, 56, 70, 84 and 98 days after transplanting on the productivity of four onion cultivars (Mercedez, Granex 33, Superex and Serrana. The experiment was installed in Jaboticabal - SP - Brazil, from April to October 2000, arranged in a randomized complete block design, with four replications, in a factorial design 4 x 8. The main weed populations at the end of the coexistence periods were Coronopus didymus, Amaranthus hybridus and Cyperus rotundus. The cultivars Mercedez (2.90 kg m-2 and Granex-33 (2.64 kg m-2 were the most productive, under the conditions of weed interference.Weed interference during the first 98 days reduced production weight around 95% and the average weight of bulbs was reduced by 91%. For all the cultivars, weed coexistence the during the first 42 days after transplanting did not reduce the total

  12. Misturas de herbicidas no manejo de plantas daninhas na cultura do feijão Herbicide mixtures in weed management in bean culture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.F.L. Machado

    2006-01-01

    Full Text Available Avaliou-se a eficácia da combinação dos herbicidas fomesafen, fluazifop-p-butil e bentazon no manejo integrado de plantas daninhas do feijoeiro (plantio direto e convencional, cultivados em áreas anteriormente com milho para grão e silagem. Foi avaliado também o resíduo do fomesafen no solo aos 125 dias após a aplicação (DAA. No plantio convencional, Cyperus rotundus foi a espécie dominante, enquanto no plantio direto a infestação dessa espécie foi muito baixa. Nenhuma das combinações de herbicidas foi eficiente no controle de C. rotundus. Com exceção de fluazifop-p-butil + bentazon (125 + 480 g ha-1, todas as combinações foram eficientes no controle das espécies daninhas dicotiledôneas. Não houve efeito dos tratamentos de herbicidas na produtividade do feijoeiro. O fomesafen, aplicado no plantio direto, causou toxicidade no feijão a partir da dose de 100 g ha-1, sobretudo no milho para silagem. No plantio convencional, sintomas mais leves somente foram observados na dose de 200 g ha-1. Houve resíduo de fomesafen no solo apenas na área de plantio direto onde não havia palhada sobre a superfície do solo, ou seja, na área anteriormente cultivada com milho para silagem. É possível reduzir doses do fomesafen quando misturado ao bentazon sem afetar a produtividade do feijoeiro. Em áreas de feijão cultivado após colheita do milho para silagem é importante o uso de doses pequenas do fomesafen, para evitar toxicidade a culturas sensíveis subseqüentes.This work aimed to evaluate the efficacy of combining the herbicides fomesafen, fluazifop-p-butyl and bentazon for integrated weed management in bean culture (no-tillage and conventional tillage, in areas previously cultivated with maize for grain and silage. Fomesafen residue in the soil was also evaluated at 125 days after application (DAA. In the conventional tillage, Cyperus rotundus was the dominant species, while under no-tillage, infestation of this species was

  13. Controle de plantas daninhas com herbicidas na cultura do feijão (Phaseolus vulgaris L. Weed control in beans (Phaseolus vulgaris L. with herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.S.P. Cruz

    1981-12-01

    Full Text Available Foi realizada uma pesquisa em 1970, para se conhecer os efeitos de três herbicidas aplicados em pré-plantio incorporado (EPTC a 3,60 kg/ha, nitralin e trifluralin a 0,76 kg/ha e de um em pré-emergência (fluorodifen a 3,00 kg/ha na cultura de feijão comparados com uma testemunha sem herbicida. As duas gramíneas presentes no ensaio, Eleusine indica (L. Gaertn. e Digitaria sanguinalis (L. Scop. foram eficientemente controladas por todos os herbicidas, com indices de controle superiores a 87,00%, em contagem de plantas daninhas realizada 29 dias após a aplicação dos herbicidas. Dentre as dicotiledóneas presentes, Amaranthus viridis L. também foi eficientemente controlado por todos os herbicidas, com indices de controle superiores a 92,00%. Ageratum conyzoides L. foi eficientemente controlado por fluorodifen (91,60% e regularmente por EPTC (78,99% e por nitralin (79,83%. Trifluralin não foi eficiente contra A. conyzoides L. Nenhum dos herbicidas testados controlou Ipomoea sp e Chenopodium ambrosioides L., também presentes no experimento. EPTC e nitralin apresentaram as menores porcentagens de infestação geral de plantas daninhas, tendo, aos 51 dias da aplicação dos produtos, quando suas parcelas foram capinadas mecanicamente, 8,00 e 17,00% de infestação, respectivamente. Trifluralin e fluorodifen precisaram de limpeza aos 42 dias da aplicação, e a testemunha já aos 29 dias, pois apresentavam parcelas com 25,00%, ou mais, de infestação, naquelas épocas. Os herbicidas experimentados não foram prejudiciais à germinação e ao desenvolvimento vegetativo dos feijoeiros, assim como à sua produção de grãos.The weed control with herbicides in beans crop was studied during 1970 year, in Campinas-SP, on a sandy-loam soil. The treatments employed were EPTC at 3.60 kg/ha, nitralin and trifluralin at 0.76 kg/ha, all applied in preplant i •porated; fluorodifen in preemergence at 3.00 kg/ha and a hoed check. Among the weeds

  14. Eficácia de herbicidas no controle de plantas daninhas na cultura da cebola em semeadura direta Efficacy of herbicides on weed control in onion direct sowing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lino R. Ferreira

    1999-04-01

    Full Text Available As plantas de cebola provenientes da semeadura direta no campo são mais danificadas pelo cultivo mecânico e são mais sensíveis aos herbicidas, principalmente os latifolicidas, do que quando transplantadas. Com o objetivo de avaliar a eficácia dos herbicidas oxyfluorfen, ioxynil-octanoato e fluazifop-p-butil, aplicados em pós-emergência, isoladamente ou em mistura no tanque, com ou sem aplicação de paraquat, antes da emergência das plantas de cebola, conduziu-se este trabalho no município de Monte Alto, SP. Nenhum dos herbicidas aplicados isoladamente foi eficiente no controle de todas as espécies daninhas presentes na área experimental. As misturas no tanque de fluazifop-p-butil com oxyfluorfen ou ioxynil-octanoato, independente da aplicação ou não de paraquat aos cinco dias após a semeadura, controlaram eficientemente Portulaca oleracea, Amaranthus lividus, Echinochloa crusgalli, Eragrostis pilosa, Digitaria horizontalis, Eleusine indica e Brachiaria plantaginea, com produção de bulbos semelhante à da testemunha capinada.Onion plants, from direct sowing to the field, are more damaged by mechanical cultivation and more sensitive to herbicides, especially to broadleaf herbicides, than transplanted onions. With the purpose of evaluating the efficacy of the herbicides oxyfluorfen, ioxynyl-octanoato and fluazifop-p-butyl, applied in post-emergence, alone or tank mix, with or without paraquat application, before onion plants emergence, this investigation was carried out at Monte Alto County, São Paulo State, Brazil. None of the herbicides sprayed alone were efficient in the control of all the weeds present in the experimental area. The tank mix of fluazifop-p-butyl plus oxyfluorfen or ioxynyl-octanoato, regardless of paraquat application, at five days after sowing, controlled efficiently Portulaca oleracea, Amaranthus lividus, Echinoclhoa crusgalli, Eragrostis pilosa, Digitaria horizontalis, Eleusine indica and Brachiaria

  15. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do sorgo forrageiro em terras baixas Periods of weed interference in sorghum grown under lowland conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Andres

    2009-06-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar a eficiência do método mecânico de controle de plantas daninhas na cultura do sorgo e determinar o período crítico de competição da cultura com a comunidade infestante em terras baixas de clima temperado, considerando o estádio de desenvolvimento das plantas de sorgo. O experimento foi instalado em condições de campo, em Planossolo hidromórfico cultivado nos últimos cinco anos com arroz, com população elevada de plantas daninhas, principalmente capim-arroz (Echinochloa sp. e papuã (Brachiaria plantaginea. Os tratamentos consistiram de diferentes períodos de convivência das plantas daninhas com a cultura ou de manutenção da cultura no limpo. Esses períodos foram da emergência até o sorgo atingir três, cinco, sete e nove folhas. Foram mantidas, ainda, uma testemunha constantemente limpa e uma permanentemente infestada. Concluiu-se que o controle das plantas daninhas na cultura do sorgo, cultivado em terras baixas de clima temperado, deve ser realizado no período entre a emissão da terceira e a da sétima folha, podendo-se utilizar com segurança o controle mecânico para esse fim, sem prejuízos no rendimento de grãos da cultura.The objective of this work was to evaluate the efficiency of the mechanical method of weed control in sorghum crop, and to determine the critical period of competition between weeds and the culture under lowland fields in temperate climate areas, considering the development stage of the sorghum plants. The trial was installed under field conditions, in lowland where flooded rice had grown in the previous five years, with high infestation levels of barnyardgrass (Echinochloa sp. and alexandergrass (Brachiaria plantaginea. The treatments were intercropping periods or absence of weeds in the experimental unitis. These periods were from emergence until the crop stage of 3, 5, 7 or 9 completely expanded leaves. Besides the treatments that involved the presence or

  16. CRESCIMENTO INICIAL DE YACON EM CONVIVÊNCIA COM PLANTAS DANINHAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Andreon Viçosi

    2016-10-01

    Full Text Available A cultura da yacon (Smallanthus sonchifolius tem origem andina e atualmente está sendo cultivada e consumida por apresentar inúmeras propriedades nutricêuticas, porém o manejo da cultura, inclusive o efeito da competição com plantas daninhas ainda é desconhecido. Objetivou-se com o presente trabalho avaliar os efeitos da competição das plantas daninhas na fase inicial da cultura da yacon. O experimento foi realizado em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos: T1- yacon solteira; T2- yacon e tiririca; T3- yacon e grama seda; T4– yacon e trapoeraba, cada um com quatro repetições. Foram realizadas avaliações aos 20 e 30 dias após o transplantio, relativas à altura, diâmetro, número de folhas e massa seca. O convívio com a grama seda causou a morte de todas as mudas de yacon 30 dias após o transplantio. A presença de plantas daninhas limitou o crescimento, reduziu a área foliar e massa seca das mudas de yacon, indicando a maior necessidade de controle dessas daninhas na fase inicial da cultura, sendo a grama seda e trapoeraba as mais prejudicais.

  17. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura da cenoura em função do espaçamento entre fileiras Periods of weed interference in carrot in function of spacing between rows

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.C.L. Freitas

    2009-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho determinar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura da cenoura (Daucus carota, cultivada em dois espaçamentos. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, no esquema fatorial 2 x 14, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram na combinação de dois espaçamentos (15 x 6 cm e 20 x 6 cm e sete períodos iniciais de controle ou convivência da cultura com as plantas daninhas (0, 12, 24, 36, 48, 60 e 72 dias após a emergência. Os períodos críticos de prevenção à interferência (PCPI foram de 19 a 36 e 18 a 42 dias após emergência da cultura, respectivamente para os espaçamentos de 15 x 6 cm e 20 x 6 cm entre fileiras. O menor espaçamento entre fileiras resultou na redução do período crítico de prevenção à interferência das plantas daninhas em sete dias. A interferência das plantas daninhas durante todo o ciclo reduziu a produtividade de cenoura em até 96%.This work aimed to determine the periods of weed interference in carrot (Daucus carota cultivated in two spacings (15 x 6 cm and 20 x 6 cm. The experimental design was arranged in a randomized block in a 2 x 14 factorial scheme, with two repetitions. The treatments consisted in the combination of the two spacings and seven initial periods of control or coexistence of the culture with the weeds( 0, 12, 24, 36, 48, 60, and 72 days after emergence. The critical periods of weed interference prevention (CPWIP were from 19 to 36 and 18 to 42 days after crop emergence, respectively, for spacing rows from 15 x 6 cm to 20 x 6 cm. The shortest spacing between the rows resulted in the reduction of the critical period of weed interference prevention in carrot in seven days. Weed interference throughout the crop cycle reduced crop yield up to 96%.

  18. Efeito do bentazon e bentazon + dichlorprop na cultura do arroz irrigado e sobre as plantas daninhas Effect of bentazon and bentazon + dichlorprop on irrigated rice and weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.A.L. dos Santos

    1979-06-01

    Full Text Available Foi instalado um experimento de campo, em solo barrento, com a finalidade de se verificar o efeito do bentazon e da mistura de bentazon + dichlorprop sobre o desenvolvimento do arroz em cultura irrigada e sobre o controle das plantas daninhas. Os tratamentos utilizados foram os seguintes: bentazon á 0,75-1,00 e1,50 kg/ha; bentazon + dichlorprop a 0,80 + 1,00 e 1,00 + 1,40 kg/ha; propanil a 4,20 kg/ha (tratamento padrão; testemunha capinada e testemunha sem capina. Todas as pulverizações foram realizadas em pósemergência. As plantas daninhas encontradas no experimento foram: capituva - Echinochloa colonum (L Link, tiririca amarela - Cyperus esculentus L., beldroega - Portulaca oleracea L. e carurú comum - Amaranthus viridis L. Bentazon a 1,00 e 1,50 kg/ha e bentazon + dichlorprop a 1,00 + 1,40 kg/ha foram eficientes no controle de P. oleracea, A. viridis e C. esculentus; já a dose menor de bentazon apresentou bons resultados contra P. oleracea e A. viridis, enquanto que a dose menor de bentazon + dichlorprop controlou apenas P. oleracea. Propanil, de uma maneira geral, proporcionou eficiente ação sobre as plantas daninhas. Nas condições em que foi realizado o experimento nenhum dos herbicidas, nas suas respectivas doses, apresentou fitotoxicidade para as plantas de arroz da variedade IAC-435 ou prejudicou a produção da cultura.Bentazon at 0.75 - 1.00 and 1.50 kg/ha a.i ., bentazon + dichlorprop at 0.80 + 1.00 and 1.00 + 1.40 kg and propanil at 4.20 kg were applied in post-emergence on irrigated rice, against the following weeds: Echinochloa colonum (L. Link, Cy-perus esc-ulentus L., Portulaca oleracea L. and Amaranthus viridis L. Bentazon at 1.00 - 1.50 kg and bentazon + dichlorprop at 1.00 + 1.40 kg gave good control of P. oleracea, A. viridis and C. esculentus; bentazon at 0.75 kg controlled P. oleracea and A. viridis; bentazon + dichlorprop at 0.80 + 1.00 kg only showed effeciency for P. oleracea; propanil, in general, gave good

  19. Período crítico de interferência das plantas daninhas na cultura do feijoeiro-comum em sistema de semeadura direta Critical period of weed interference in the common bean crop under direct seeding system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.A. Kozlowski

    2002-08-01

    Full Text Available No ano agrícola 1996/97 foi conduzido, na Fazenda-Escola da Universidade Estadual de Ponta Grossa, em Ponta Grossa-PR, um experimento a campo com o objetivo de determinar o período crítico de prevenção da interferência das plantas daninhas sobre a cultura do feijoeiro-comum (Phaseolus vulgaris, em sistema de semeadura direta, associando esse período com a fenologia da planta. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em arranjo fatorial 2 x 8, com quatro repetições. Os 16 tratamentos testados foram resultados da combinação de dois conjuntos de tratamentos de interferência das plantas daninhas: (1 inicialmente em convivência com as plantas daninhas (2 inicialmente sem convivência com as plantas daninhas, em sete estádios fenológicos do feijoeiro - V2, V3, V4, R5, R6, R7 e R8 - e uma testemunha em convivência durante todo o ciclo da cultura. O experimento foi instalado em uma área há oito anos sob plantio direto, com semeadura realizada de acordo com a tecnologia recomendada para a cultura, com adubações no sulco e em cobertura e tratamentos fitossanitários, para que os feijoeiros se desenvolvessem normalmente. O período crítico de prevenção da interferência ocorreu entre os estádios fenológicos V4 e R6, e a interferência das plantas daninhas durante todo o ciclo reduziu em média 71% o rendimento de grãos dos feijoeiros. Com relação à comunidade infestante, as dicotiledôneas representaram 61,3% das plantas daninhas, destacando-se as espécies Bidens pilosa e Richardia brasiliensis, com 30,6 e 16,6%, respectivamente; já as monocotiledôneas representaram 38,7% da comunidade infestante, com destaque para as espécies Digitaria horizontalis e Brachiaria plantaginea, com 23,6 e 14,3%, respectivamente.A field experiment was carried out at the Training Farm of Ponta Grossa State University, in Ponta Grossa-PR, Brazil, during the 1996/1997 growing season to determine the critical period of weed

  20. Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do arroz de terras altas. II - cultivar Caiapó Interference periods of weeds in the upland rice - Caiapó variety

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rosangela Malheiros Silva

    2009-01-01

    Full Text Available Os experimentos foram desenvolvidos nos anos agrícolas 2003/2004 e 2004/2005, em área experimental da Universidade Estadual Paulista, Campus de Jaboticabal (SP, com o objetivo de se determinarem os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do arroz de terras altas, cultivar Caiapó. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições e 16 tratamentos. Os tratamentos foram constituídos por períodos crescentes de controle ou de convivência das plantas daninhas após a emergência da cultura: 0-10, 0-20, 0-30, 0-40, 0-50, 0-60, 0-70 dias e 0-colheita. Nos dois anos, as famílias predominantes eram Poaceae, Asteraceae, Amaranthaceae e Malvaceae e as principais plantas daninhas presentes foram: Cyperus rotundus L., Cenchrus echinatus L., Digitaria spp Heist., Echinochloa crus-galli (L. P. Beauv., Brachiaria decumbens Stapf., Eleusine indica Gaertn e Alternanthera tenella Colla. A cultivar de arroz de terras altas Caiapó deve ser mantida sem plantas daninhas nos 30 dias após a emergência.The experiments were carried out in two growing seasons (2003/04 and 2004/05 in an experimental area at São Paulo State University - UNESP, Jaboticabal Campus, to evaluate the weed interference periods on the upland Caiapó rice variety. The experimental design was randomized blocks with 4 replicates and 16 treatments. The treatments consisted of increasing periods of control or coexistence after emergence of the culture: 0-10; 0-20; 0-30; 0-40; 0-50; 0-60; 0-70 days; 0-harvest. The predominant families were Poaceae, Asteraceae, Amaranthaceae and Malvaceae, and the main weeds present were Cyperus rotundus L., Cenchrus echinatus L., Digitaria spp Heist., Echinochloa crus-galli (L. P. Beauv., Brachiaria decumbens Stapf., Eleusine indica Gaertn e Alternanthera tenella Colla for both years. The upland rice cultivar Caiapó is to be kept free of weeds for 30 days after emergence.

  1. Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura da cana-de-açúcar: II - capim-braquiária (brachiaria decumbens Interference periods of weeds in the sugarcane crop: II - brachiaria decumbens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Kuva

    2001-12-01

    Full Text Available Um experimento foi conduzido em Olímpia-SP, com o objetivo de avaliar os efeitos de períodos de convivência e controle das plantas daninhas na produtividade da cultura da cana-de-açúcar. A cana foi plantada em maio de 1995, sendo colhida 15 meses após; a cultura anterior havia sido pastagem de Brachiaria decumbens e, em conseqüência, esta espécie foi a principal planta daninha presente na área experimental. Essa época de plantio é caracterizada por grande deficiência hídrica; mesmo assim, a população de B. decumbens tendeu a apresentar acúmulo crescente de biomassa seca durante todo o período de avaliação. Esse comportamento proporcionou intensa interferência na cultura da cana-de-açúcar, ocasionando 82% de redução na produtividade de colmos. A cultura pôde conviver com a comunidade infestante até 89 dias após o plantio (DAP, sem sofrer redução significativa na produtividade. O período mínimo de controle, para assegurar a máxima produtividade, foi de 138 DAP. Dessa forma, o controle das plantas daninhas foi crítico no período compreendido entre 89 e 138 DAP.A field trial was carried out in Olímpia, São Paulo, Brazil, to evaluate the effects of different periods of weed control on sugarcane yield. In the year before, the field was a Brachiaria decumbens pasture and, for this reason, this grass was the major population in the weed community. Sugarcane was planted on May 1995, at the beginning of the dry season. Despite this constraint, dry matter accumulation in B. decumbens population increased during the whole evaluated period. Thus, its interference in sugarcane plants was very strong, leading to an 82% reduction in the crop yield. Sugarcane plants could grow along with the weed community up to 89 days, without significant productivity reduction. A minimal weed control period of 138 days was required to assure maximum sugarcane productivity. The critical period for weed control was between 89 and 138 days

  2. Modeling of weeds interference periods in bean Determinação de períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do feijão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.C. Parreira

    2012-12-01

    Full Text Available The research objective was to determine the effects of spacing and seeding density of common bean to the period prior to weed interference (PPI and weed period prior to economic loss (WEEPPEL. The treatments consisted of periods of coexistence between culture and the weeds, with 0 to 10, 0 to 20, 0 to 30, 0 to 40, 0 to 50, 0 to 60, 0 to 70, and 0 to 80 days and a control maintained without weeds. In addition to the periods of coexistence, there were still studies with an inter-row of 0.45 and 0.60 m, 10 and 15 plants m-1. The experimental delineation used was randomized blocks with four repetitions per treatment. The grain productivity of the culture had a reduction of 63, 50, 42 and 57% when the coexistence with the weed plants was during the entire cycle of the culture for a row spacing of 0.45 m and a seeding density of 10 and 15 plants per meter; and a row spacing of 0.60m and a seeding density of 10 and 15 plants per meter, respectively. The PPI occurred in 23, 27, 13, and 19 days after crop emergence and WEEPPEL in 10, 9, 8, and 8 days, respectively.Objetivou-se com este trabalho determinar o período de convivência anterior à interferência das plantas daninhas (PAI e o período anterior ao dano no rendimento econômico (PADRE na cultura do feijão, em diferentes espaçamentos (0,45 e 0,60 m e densidade de plantas (10 e 15 plantas m-1. Os tratamentos foram constituídos de períodos de convivência entre a cultura e as plantas daninhas (0 a 10, 0 a 20, 0 a 30, 0 a 40, 0 a 50, 0 a 60, 0 a 70 e 0 a 80 dias, mais uma testemunha sem convívio com as plantas daninhas. Adotou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. Os períodos anteriores à interferência (PAI da cultura foram de 23, 27, 13 e 19 dias após emergência, e os períodos anteriores ao dano no rendimento econômico (PADRE, de 10, 9, 8 e 8 dias, para os tratamentos com espaçamento de 0,45 m e densidades de semeadura de 10 e 15 plantas m-1 e

  3. Interferência das plantas daninhas na cultura da soja cultivada em dois espaçamentos entre linhas Weed interference in soybean crop cultivated in two row spacings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H.B. Melo

    2001-08-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo determinar o período anterior à interferência, o período total de prevenção da interferência e o período crítico de prevenção da interferência das plantas daninhas na cultura da soja, cultivar UFV-16, nos espaçamentos entre linhas de 30 e 60 cm, mantendo-se uma população fixa de 400.000 plantas ha-1 nos dois espaçamentos. Os tratamentos foram constituídos de dois grupos: em um manteve-se a cultura na ausência de plantas daninhas em períodos iniciais após a emergência da cultura, e, no outro, a cultura foi mantida na presença de plantas daninhas em períodos iniciais após a emergência da cultura. Os períodos foram os seguintes: 0, 10, 20, 30, 40, 50 e 60 dias após a emergência, totalizando 14 tratamentos, dispostos em blocos casualizados, com quatro repetições. O período crítico de prevenção da interferência na soja, considerando a redução na produtividade de 2%, localizou-se entre o 7º e 53º dia e o 18º e 47º dia para os espaçamentos de 30 e 60 cm entre linhas, respectivamente. Assim, para a soja cultivada em menor espaçamento entre linhas (30 cm, o controle das plantas daninhas deve ser iniciado mais cedo, quando comparado com espaçamento maior nas entrelinhas (60 cm.The objective of this work was to determine the period before interference, total period of interference, and critical period of weed interference in the soybean crop, cultivar UFV-16, sowed at 30 and 60 cm row spacing , maintaining the population in 400.000 plants ha¹ in both row spacing treatments. The treatments comprised two groups, one group kept in the absence of weeds during the initial periods after crop emergence, and the other group kept in the presence of weeds during the same periods of the other group. The periods with and without weeds were: 0; 10; 20; 30; 40; 50 and 60 days after crop emergence. The experiment consisted of 14 treatments, arranged in a randomized block design, with four

  4. Controle de plantas daninhas na cultura do milho (Zea mays L. por meio de herbicidas Weed control in maize (Zea mays L. with herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. A. L. dos Santos

    1979-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de se verificar a ação do butylate, aplicado isoladamente e em mistura com atrazine, no controle de plantas daninhas da cultura do milho, foi instalado um experimento de campo em solo fino areno-argiloso. Foram utilizados os seguintes tratamentos: butylate a 2,80; 3,60 e 4,32 kg/ha (p.p.i.; butylate + atrazine a 3,24 + 0,80; 3,24 + 1,20 e 3,60 + 0,96 kg/ha (p.p.i.; atrazine a 3,00 kg/ha e atrazine + metolachlor a 1,40 + 2,10 kg/ha, ambos aplicados em pré-emergência e empregados como herbicidas padrão para a cultura. As plantas daninhas encontradas foram: tiririca - Cyperus rotundus L., carurú comum - .:maranthus viridis L., capim de colchão - Digitaria sanguinalis (L. Scop. e capim pé-de-galinha Eleusine indica (L. Gaertn. Butylate nas três doses apresentou-se bem contra C. rotundus e E. indica; nas doses de 3,60 e 4,32 kg foram obtidos bons resultados sobre D. sanguinalis. Butylate + atrazine controlou, nas três doses, todas as espécies incidentes, o mesmo ocorrendo com a mistura atrazine + metolachlor. Atrazine foi mais eficiente para A. viridis e E. indica. Nas condições em que foi conduzido o experimento nenhum dos herbicidas foi prejudicial para a cultura.Butylate at 2.80; 3.60 and 4.32 kg/ha and butylate + atrazine at. 3.24 + 0.80; 3.24 + 1.20 and 3.60 + 0.96 kg, were applied in preplant incorporated; atrazine at 3.00 kg and atrazine + metolachlor at 1.40 + 2.10 kg were applied in preemergence on corn. The weeds were represented by Cyperus rotundus L., Amaranthus viridis L., Digitaria sanguinalis (L. Scop. and Eleusine indica (L. Gaertn. Butylate + atrazine, in all rates, atrazine + metolachlor and atrazine gave good control of the weeds in general. Butylate, in the three rates, controlled C. rotundus and E. indica; at 3.60 and 4.32 kg/ha controlled well D. sanguinalis. The herbicides did not cause injuries to the crop.

  5. Avaliações qualitativas e quantitativas de plantas daninhas na cultura da soja submetida aos sistemas de plantio direto e convencional Quantitative and qualitative weed evaluation of soybean crop in no-tillage and conventional tillage systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo de Sá Pereira

    2000-08-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar os efeitos do método de preparo do solo e do controle de plantas daninhas em resteva de aveia preta (Avena strigosa, na cultura da soja (Glycine max cv. 'IAC 14', foi conduzido um experimento de campo na Fazenda Experimental Lageado - UNESP Botucatu - SP, em 1993/94. Os tratamentos de manejo do solo foram Plantio Direto e Plantio Convencional (preparado com uma aração e três gradagens. As formas de controle de plantas daninhas estudadas corresponderam a uma testemunha sem controle do mato; controle com uso exclusivo de herbicidas aplicados em préemergência (0,28 kg/ha de metribuzim + 1,29 kg/ha de orizalin; controle com uso exclusivo de herbicidas aplicados em pósemergência (0,25 kg/ha de fluazifop-p-butil + 0,25 kg/ha de fomesafen; controle com o uso conjunto dos tratamentos em pré e pós-emergência mencionados. Tanto no plantio direto quanto no convencional, utilizou-se glyphosate para a eliminação da aveia preta e das plantas daninhas antes da implantação da cultura. O delineamento experimental adotado foi de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, com quatro repetições. Os tipos de manejo do solo foram aplicados às parcelas e os métodos de controle das plantas daninhas às sub-parcelas. Deve ser ressaltado que durante a fase inicial do ensaio, as chuvas foram escassas, limitando tanto o crescimento da cultura quanto a atuação dos herbicidas de pré-emergência e pósemergência. As avaliações baseadas na contagem do número de plantas/m2, realizadas aos 14, 28 e 35 dias após a emergência da cultura da soja, indicaram diferenças entre os métodos de preparo do solo e os métodos de controle. Entre as espécies daninhas mais freqüentes, Brachiaria plantaginea e Amaranthus viridis foram as predominantes no sistema de plantio convencional; estas espécies apresentaram pequena importância no plantio direto, no qual predominou Euphorbia heterophylla. No plantio convencional, os herbicidas de

  6. Avaliação de herbicidas no controle de plantas daninhas na cultura da soja Evaluation of herbicides in the control of weeds in the soybean crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.C. De Barros

    1992-01-01

    Full Text Available Foi conduzido em Serranópolis, GO, um ensaio objetivando avaliar a eficiência e a seletividade de herbicidas no controle de plantas daninhas na cultura da soja (Glycine max (L. Merril, utilizando-se os seguintes tratamentos: A 100 g/ha de imazethapyr (ácido 2-[4,5-dihidro-4-metil-4(1-metiletil-5-oxo-1H-imidazol-2-ilo]-5-etil-3-piridinacarboxilico + surfactante, a 0,25% v/v; B tratamento A e 15 dias após, 230 g/ha de sethoxydim (2-1-etoximino-butil-5-2(etiltio-propil-3-hidroxi-2-ciclohexeno-1-ona + óleo mineral, a 0,25% v/v; C 230 g/ha de sethoxydim + óleo mineral, a 0,25% v/v; D 480 + 200 + 230 g/ha de bentazon (3-isopropil-2,1,3-benzotiadiazinona-(4-2,2-dióxido + fomesafen (5-2-cloro-4-(trifluorometil-fenoxiN-metilsulfonil-2-nitrobenzamida + sethoxydim + óleo mineral, 0,25% v/v; E 150 g/ha de imazaquim (2-[4,5-dihidro-4-metil-4-(1-metiletil-5-oxo-1H-imidazol-2-ilo]-3-quinolinacarboxílico pré-e e 230 g/ha de sethoxydim + óleo mineral, 0,25% v/v; F 250 g/ha de fomesafen + 187 g/ha de fluazipop-p-butil (butil-(R-2-(4-(5-trifluorometil-2-piridiloxi-fenoxi-propionato + surfactante a 0,2% v/v; G 120 g/ha de imazethapyr + surfactante a 0,2% v/v; H testemunha capinada; I testemunha não capinada. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com quatro repetições. O capim-custódio (Pennisetum setosum (Swartz L. Rich foi eficientemente controlado por todos os tratamentos químicos, enquanto a falsa-serralha (Emilia sonchifolia DC. foi somente pelo tratamento D. O capim-carrapicho (Cenchrus echinatus L. por C, D, E e F. O joá-de-capote (Nicandra physaloides (L. Pers. por D.F. e G. Ocorreram injúrias iniciais às plantas de soja, nos tratamentos D, E. e F. As alturas de plantas e de inserção da primeira vagem, além do rendimento de grãos, não foram influenciados significativamente pelos herbicidas.An experiment was carried out in Serranópolis, State of Goiás, Brazil, aiming to evaluate herbicides efficiency in weeds control

  7. Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do girassol em Rondônia Periods of weed interference in sunflower crop in Rondônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gibran da S. Alves

    2013-03-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, determinar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do girassol e seus efeitos sobre o diâmetro do capítulo, teor de óleo, rendimento de óleo e produtividade. Adotou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições. Os tratamentos foram distribuídos em esquema fatorial 2 x 2 x 5, sendo os fatores: cultivares (Embrapa 122 e Hélio 358, modalidade de competição (na presença e na ausência de plantas daninhas e períodos de convivência ou controle das plantas daninhas da emergência aos 15, 30, 45, 60 e 110 dias. As variáveis mensuradas foram diâmetro de capítulo, teor de óleo, rendimento de óleo e produtividade. As plantas daninhas interferem negativamente no diâmetro do capítulo, produtividade e rendimento de óleo, mas o convívio com as mesmas aumentou o teor de óleo das sementes, além de reduzir em 76,83 e 92,68% a produtividade dos cultivares Embrapa 122 e Hélio 358, respectivamente. Admitindo-se uma perda de 10% na produtividade, o período anterior à interferência (PAI, o período total de prevenção a interferência (PTPI e o período crítico de prevenção e interferência (PCPI para a cultivar Embrapa 122 foram de 16; 37 e 21 dias, respectivamente. Para o híbrido Hélio 358 o PAI, o PTPI e o PCPI foram de 24; 43 e 19 dias, respectivamente.The objective of this study was to determine the periods of weed interference in sunflower cultivation, and its effects on the head diameter, oil content, oil yield and its productivity. The experimental design was in the randomized blocks with three replications. The treatments were arranged in a factorial 2 x 2 x 5, with the following factors: cultivar (Embrapa 122 and Hélio 358, modality of competition (in the presence and absence of weeds and periods of coexistence and control of weed from the emergence until the 15, 30, 45, 60 and 110 days. The measured variables were head diameter, oil content, oil

  8. Seletividade e controle de plantas daninhas com oxyfluorfen e sulfentrazone na implantação de lavoura de café Weed selectivity and control with oxyfluorfen and sulfentrazone in young arabica coffee plantations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.E.O. Magalhães

    2012-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a seletividade do oxyfluorfen e do sulfentrazone e o controle de plantas daninhas em diferentes épocas após o transplantio das mudas de café no campo. Foram realizados três ensaios no delineamento experimental de blocos casualizados com dez tratamentos e quatro repetições. No ensaio 1, aos 30 dias após o transplantio (DAT e, no ensaio 2, aos 90 DAT, testaram-se duas doses de oxyfluorfen (0,36 e 0,72 kg i.a. ha-1 e de sulfentrazone (0,4 e 0,6 kg i.a. ha-1, em jato dirigido ao solo (com proteção das mudas e em área total. No ensaio 3, os mesmos herbicidas e doses foram aplicados, porém aos 300 DAT e apenas em aplicação dirigida, testando-se duas pontas de pulverização de diferentes potenciais de deriva. Em todos os ensaios, acrescentaram-se as testemunhas capinada e sem capina. A entrelinha foi manejada com roçada. Foram identificadas as espécies de plantas daninhas e suas densidades. A eficácia dos herbicidas e suas seletividades também foram avaliadas. A principal planta daninha que ocorreu na área experimental foi Brachiaria decumbens. Sintomas visuais de toxicidade foram observados apenas quando os herbicidas foram aplicados em área total (ensaios 1 e 2, independentemente da dose e época de aplicação. No ensaio 3, independentemente do herbicida, da dose e da ponta utilizada, não houve sintomas visuais de toxicidade, nem redução no crescimento das plantas, em função da aplicação dirigida. Em todas as épocas o controle de plantas daninhas foi eficiente, porém a seletividade só foi alcançada na aplicação dirigida, para ambos os herbicidas.This study aimed to evaluate oxyfluorfen and sulfentrazone selectivity and weed control in young coffee plantations (Coffea arabica cv. Red Catuaí. Three trials were conducted in a randomized complete block design, with 10 treatments and four replicates. In the first and second trials, at 30 and 90 days after transplanting (DAT

  9. EFICIÊNCIA DO HERBICIDA OXADIARGYL NO CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DO ARROZ (Oryza sativa L. IRRIGADO WEED CONTROL EFFICIENCY OF THE HERBICIDE OXADIARGYL IN IRRIGATED RICE (Oryza sativa L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo José Aparecido Dario

    1999-01-01

    Full Text Available Visando avaliar a eficiência agronômica do herbicida oxadiargyl no controle de plantas daninhas ocorrentes na cultura do arroz (Oryza sativa L. irrigado, semeado em solo drenado, instalou-se ensaio em condição de campo no município de Mococa, SP, em novembro de 1993. O produto foi aplicado em pré-emergência da cultura e das plantas daninhas, nas doses de 320, 400, 480 e 560 g/ha e como padrão utilizou-se duas formulações de oxadiazon, ambas em doses de 1.000 g./ha. Os resultados obtidos permitem concluir: o herbicida oxadiargyl é eficiente no controle da tiririca-do-brejo (Cyperus iria nas quatro doses testadas e do capim-arroz (Echinochloa colonum e capim-macho (Ischaemum rugosum nas três maiores doses; o herbicida oxadiargyl causa leve fitointoxicação à cultura quando aplicado nas duas maiores doses, com os sintomas desaparecendo aos 60 dias após a aplicação; em função do controle das plantas daninhas, o herbicida oxadiargyl aumenta significativamente a produção de grãos de arroz em relação à testemunha não-capinada.In order to evaluate the agronomical efficiency of the herbicide oxadiargyl on weed control in irrigated rice (Oryza sativa L., sowm in a drained field, an experiment was established in Mococa, SP, Brazil, in November 1993. The product was applied in pre-emergence conditions of the crop and weeds, at rates of 320, 400, 480 and 560g/ha, plus a control product (oxadiazon, used in two formulations at rates of 1,000g/ha. The results allowed to conclude that: oxadiargyl is highly efficient against Cyperus iria at all rates tested; and against Echinochloa colonum and Ischaemum rugosum at rates of 400, 480 and 560g/ha. Oxadiargyl caused light phytotoxicity to the rice plants, when applied at rates of 480 and 560g/ha, but the symptoms disappeared 60 days after application. Due to weed control, oxadiargyl caused an increase in rice yield as compared to the non-weeded control.

  10. Controle de plantas daninhas na cultura do alho (Allium sativum L. através da combinação de herbicidas residuais com glyphosate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.H.T. Mascarenhas

    1980-12-01

    Full Text Available Em solo aluvião eutrófico de textura argilosa com 3,14% de matéria orgânica foram estudados os efeitos de herbicidas aplicadas em pré -emergência, quatro dias após o plantio, combinados com glyphosate aplicado em pós-emergência, 10 dias antes do preparo do solo. As plantas daninhas predominantes foram: Cyperus rotundus L.; Ageratum conysoides L.; Bidens pilosa L.; Cynodon dactylon (Li Pers., Emilia sagitata D.C. e Sonchus oleraceus L. Os herbicidas e as doses utilizadas foram: prometryne 2,00 e 0,96 kg do ingrediente ativo (i.a./ha; diuron 2,00 e 0,80 kg i.a./ha; nitralin 1,00 kg i.a./ha, fluorodifen 3,00 kg i.a./ha; linuron 2,00 kg i.a./ha; chloroxuron 4,00 kg i.a./ha; glyphosate 2,00 kg i.a./ha e bifenox 1,68 kg i.a./ha e as combinações destes herbicidas, nas mesmas doses, com o glyphosate (2,00 kg i.a./ha, mais uma testemunha capinada e outra sem capina. Prometryne, diuron, fluorodifen, chloroxuron, linuron e bifenox combinados com o glyphosate, nas doses empregadas foram eficientes no controle das plantas daninhas, não sendo fitotóxicos ao alho.The effects of pre-emergence herbicides applied four days after planting date, associated with glyphosate, which was applied post-emergence 10 days before plowing, were studied on a clay eutrophic alluvial soil with 3,14% organic matter. The predomina nt weeds were: Cyperus rotundus L.; Ageratum conysoides L.; Bidens pilosa L.; Cynodon dactylon (L. Pers., Emilia sagitata D.C. and Sonchus oleraceus L. The following herbicides and doses were used: prometryne 2,00 and 0,96 kg active ingredient (a.i./ha; diuron 2,00 and 0,80 kg a.i./ha; nitralin 1.00 kg a.i./ha; fluorodifen 3,00 kg a.i./ha; linuron 2,00 kg a.i./ha; chloroxuron 4,00 kg a.i./ha; glyphosate 2.00 kg a.i./ha; bifenox 1,68 kg a.i./ha, and all combinations between these herbicides with the same dose of glyphosate (2,00 kg a.i./ha. Two more treatments were added: an uncultivated and a manualy cultivated one. Prometryne, diuron

  11. Aspectos fitossociológicos da comunidade de plantas daninhas na cultura do feijão sob diferentes sistemas de preparo do solo Phytosociological aspects of the weed community in bean crop under different soil tillage systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A. Silva

    2005-03-01

    Full Text Available Avaliou-se, neste trabalho, os efeitos de sistemas de preparo do solo: [(plantio direto (PD, arado de discos (AD, arado de aivecas (AA, grade aradora (GA, grade aradora+arado de discos (GA+AD e grade aradora+arado de aivecas (GA+AA] sobre a comunidade de plantas daninhas da cultura do feijão. Este experimento foi desenvolvido em área onde os diferentes sistemas de preparo do solo estavam sendo avaliados desde 1985. Todavia, os resultados aqui apresentados são referentes apenas à safra 2000/2001. Neste ensaio, as parcelas foram subdivididas pela aplicação ou não de herbicidas em pós-emergência. As plantas daninhas presentes na área experimental foram separadas por espécie, classificadas, secadas e pesadas, sendo analisadas segundo a sua importância relativa dentro da comunidade, através dos índices fitossociológicos de densidade, freqüência e dominância. A aplicação de herbicidas em pós-emergência diminuiu a biomassa total das plantas daninhas, e esse efeito foi independente do sistema de preparo. Os sistemas de preparo do solo e a aplicação de herbicida em pós-emergência alteraram a importância relativa das plantas daninhas dentro da comunidade. As espécies que apresentaram maior importância foram Cyperus rotundus, nos tratamentos com preparo convencional do solo, e Galinsoga parviflora, no plantio direto.Tillage systems change the floral composition of a weed community. The changes can be either a simple fluctuation in plant population or the establishment of a permanent new weed community, affecting competition, management and control. The aim of this work was to evaluate the effects of tillage systems on the weed community in bean crop in areas where different tillage systems were being applied since 1985.The experimental soil was cultivated with annual cultures and submitted to six tillage systems: no-tillage (PD, moilboard plow (AD, plow of disc (AA, heavy bars (GA, heavy bars + moilboard plow (GA+AD and heavy

  12. Controle de plantas daninhas na cultura do milho-pipoca com herbicidas aplicados em pós-emergência Weed control in popcorn maize using post emergence herbicide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Jakelaitis

    2005-09-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a eficiência de controle de plantas daninhas, a tolerância e a produção de milho-pipoca UFVM2 aos herbicidas atrazine (1.500 g ha-1, foramsulfuron + iodosulfuron methyl sodium + atrazine (15+1+1.500 e 30+2+1.500 g ha-1, foramsulfuron + iodosulfuron methyl sodium (15+1, 30+2, 45+3 e 60+4 g ha-1, nicosulfuron + atrazine (8+1.500 e 16+1.500 g ha-1 e nicosulfuron (16 g ha-1. A aplicação dos herbicidas foi realizada aos 25 dias após a emergência da cultura. As plantas daninhas predominantes na área foram Brachiaria plantaginea, Brachiaria decumbens e Ipomoea spp. Os herbicidas foramsulfuron + iodosulfuron methyl sodium, em todas as doses testadas, proporcionaram maiores índices de toxidez à cultura, aos 7, 14 e 28 dias após a aplicação dos tratamentos (DAA. Todas as combinações de herbicidas proporcionaram controle acima de 90% para B. plantaginea e B. decumbens, aos 28 DAA. O nicosulfuron aplicado isoladamente proporcionou controle de apenas 80% e o atrazine não controlou essas espécies daninhas. Para Ipomoea spp., nenhum tratamento herbicida proporcionou controle equivalente ao da testemunha capinada. A competição das plantas daninhas resultou em menores teores de clorofila total, N, P e K no tecido foliar das plantas de milho-pipoca e menor rendimento de grãos. Para o cultivar UFVM2, as sulfoniluréias isoladas ou associadas ao atrazine não afetaram o estado nutricional da cultura, o rendimento e a capacidade de expansão dos grãos de milho-pipoca.The efficiency of different herbicide combinations for weed control and tolerance and yield of UFVM2 popcorn maize were evaluated. The herbicide treatments and respective doses were: atrazine (1.500 g ha-1; foramsulfuron + iodosulfuron methyl sodium + atrazine (15+1+1.500 and 30+2+1.500 g ha-1; foramsulfuron + iodosulfuron methyl sodium (15+1, 30+2, 45+3, and 60+4 g ha-1; nicosulfuron + atrazine (8+1.500 and 16+1.500 g ha-1 and nicosulfuron (16 g ha-1. The

  13. Efeito de adubos verdes na supressão de espécies de plantas daninhas Effect of green fertilizers on the suppression of different species of weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2009-03-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de adubos verdes na supressão de plantas daninhas. O experimento foi instalado no Centro de Ciências Agrárias/UFSCar, localizado no município de Araras, São Paulo. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, em esquema fatorial (3 x 4 x 2, com quatro repetições, avaliando-se os efeitos de três quantidades de massa verde (40, 50 e 80 t ha-1 das espécies Crotalaria juncea, Canavalia ensiformis, Mucuna aterrima e Pennisetum glaucum, sob dois tipos de manejo (dispostas na superfície e incorporadas ao solo, na emergência e biomassa seca de duas espécies de plantas daninhas (Ipomoea grandifolia e Brachiaria decumbens.Adicionalmente, foram avaliadas testemunhas sem cobertura vegetal e amostras de solo coletadas de área com alta infestação de Panicum maximum. As avaliações foram feitas até os 30 dias após semeadura, determinando-se as plantas daninhas emergidas e a biomassa seca. M. aterrima foi a espécie mais eficiente na redução da germinação de I. grandifolia em todos os manejos utilizados. Para a espécie E. heterophylla, destacaram-se os tratamentos com P. glaucum e M. aterrima, principalmente quando se utilizaram 80 t ha-1 de biomassa, independentemente da forma de manejo. Para B. decumbens e P. maximum, as espécies P. glaucum e C. juncea foram as mais eficientes na redução da germinação.This work aimed to study the effect of green fertilizers on the suppression of some weed species. The experiment was installed at the Agrarian Sciences /UFSCar Center, located in the municipal district of Araras, São Paulo. The experiment was arranged in a factorial (3 x 4 x 2 design with four repetitions to evaluate the effect of three amounts of green mass (40, 50 and 80 t ha-1 of the species Crotalaria juncea, Canavalia ensiformis,Mucuna aterrima and Pennisetum glaucum, under two types of handling (on the surface and soil incorporated at the emergence and dry biomass of two

  14. Influência do tipo e da quantidade de resíduos vegetais na emergência de plantas daninhas Influence of type and amount of crop residues on weed emergence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.M. Correia

    2006-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar os efeitos da semeadura no outono/inverno de diferentes espécies: sorgo de cobertura (Sorghum bicolor x Sorghum sudanense 'híbrido Cober Exp', milheto forrageiro (Pennisetum americanum 'var. BN2', capim-pé-de-galinha (Eleusine coracana e braquiária (Brachiaria brizantha para formação de palha (nas quantidades de 3,0 e 5,5 t ha¹, na emergência de plantas daninhas, foi conduzido experimento no ano agrícola 2003/04, na fazenda Três Marcos, em Uberlândia, MG. Foi mantida uma testemunha como tratamento adicional, sem cobertura com restos vegetais. A composição específica e as densidades populacionais das comunidades infestantes foram influenciadas pelos sistemas de produção de cobertura morta. A emergência das plantas daninhas foi menor nas coberturas de sorgo e braquiária e nos maiores níveis de palha. O número de plântulas emergidas de Bidens pilosa, Amaranthus spp., Commelina benghalensis, Leucas martinicensis e gramíneas foi inibido pelas coberturas, enquanto para Chamaesyce spp. os resíduos contribuíram para incremento na sua emergência.To evaluate the effects on weed emergence of autumn/winter sowing of different species [sorghum (Sorghum bicolor x Sorghum sudanense 'Cober Exp hybrid', forage millet (Pennisetum americanum 'var. BN2', finger millet (Eleusine coracana and St Lucia grass (Brachiaria brizantha, for mulch formation (at rates of 3.0 and 5.5 t ha-1, an experiment was carried out in the agricultural year 2003/2004, in Uberlândia, Minas Gerais, Brazil. The specific composition and population densities of the infesting community were influenced by the mulch production systems. Weed emergence was minor under sorghum and Sta Lucia grass cover and in greater amounts of straw. Straw cover inhibited the emergence of seedlings of Bidens pilosa, Amaranthus spp., Commelina benghalensis, Leucas martinicensis and grasses and stimulated the emergence of Chamaesyce spp.

  15. Determinação dos períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do girassol Determination of weed interference periods in sunflower culture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.I.C. Silva

    2012-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi determinar o período anterior à interferência e o período total de prevenção à interferência da comunidade infestante sobre a cultura do girassol (híbrido M 734. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram compostos por parcelas constituídas por períodos de controle e de presença de plantas daninhas. Para os períodos de controle, o girassol foi mantido livre das plantas daninhas pelos períodos crescentes de 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 e 125 dias após a sua emergência (DAE. Quanto a convivência, a cultura foi mantida na presença da comunidade infestante pelos mesmos períodos. Foram avaliados a densidade e o peso da matéria seca das plantas daninhas e, no girassol, a altura de plantas, o diâmetro de capítulos e a produtividade de aquênios e de óleo. Para a produtividade de aquênios, o período anterior à interferência foi de 15 DAE da cultura, e o período total de prevenção à interferência, de 39 DAE. O período crítico de prevenção à interferência abrangeu 24 dias do ciclo da cultura. Quanto à produtividade de óleo, o período anterior à interferência foi de 32 DAE, e o período total de prevenção à interferência, de 28 DAE.The aim of this study was to determine the period prior to interference and the total period of prevention against interference of weeds in sunflower (hybrid M 734. The experiment was arranged in a complete randomized block design, with four replications. The treatments consisted of plots constituted by periods of control and presence of weeds. For the control periods, the sunflower plants were kept wedd free during increasing periods of 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 and 125 days after emergence (DAE. During cohabitation, the sunflower culture was maintained in the presence of the weed community during the same periods. Total density and dry weight of the weeds and plant height, chapter

  16. Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do arroz de terras altas: I - Cultivar IAC 202 Periods of weed interference in the upland rice: I - Variety IAC 202

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.R.M. Silva

    2006-12-01

    Full Text Available O trabalho foi conduzido com o objetivo de determinar os períodos de interferência e de controle das plantas daninhas na cultura do arroz de terras altas. Os experimentos foram instalados nos anos agrícolas de 2003/04 e 2004/05 em área experimental da Universidade Estadual Paulista, campus de Jaboticabal/SP, situado a 21º 15' 22" de latitude sul e 48º 18' 58" de longitude oeste. O cultivar utilizado foi o IAC 202, semeado, respectivamente, em 18 de novembro de 2003 e 24 de novembro de 2004. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com os tratamentos constituídos por períodos crescentes de controle ou de convivência das plantas daninhas com a cultura. Os períodos iniciais de controle ou de convivência após a emergência da cultura foram: 0-10, 0-20, 0-30, 0-40, 0-50, 0-60, 0-70 dias e 0-colheita. As principais plantas daninhas em 2003/04 foram Cyperus rotundus, Cenchrus echinatus, Digitaria spp. Echinochloa crus-galli e Brachiaria decumbens. No ano agrícola de 2004/05, destacaram-se Digitaria spp., C. echinatus, Raphanus raphanistrum e Alternanthera tenella. Considerando 5% de tolerância na redução da produtividade do arroz nos anos agrícolas de 2003/04 e 2004/05, concluiu-se que os períodos anteriores à interferência (PAI foram de 12 e 26 DAE, respectivamente; os períodos totais de prevenção à interferência (PTPI, de 40 e 42 DAE; e os períodos críticos de prevenção à interferência (PCPI, de 12 a 40 DAE e de 26 a 42 DAE, respectivamente.This work was carried out to evaluate weed interference periods in upland rice during two growth seasons (2003/2004 and 2004/2005 in an experimental area owned by Universidade de São Paulo - UNESP, Jaboticabal/SP located at 21º 15' 22" South latitude and 48º 18' 58" West longitude, using the rice cultivar IAC 202, sown on November18, 2003 and November, 24, 2004. The experimental design was randomized blocks, and the treatments consisted of increasing periods of control

  17. Métodos de controle de plantas daninhas e seus impactos na qualidade microbiana de solo sob cafeeiro Methods of weed control and their impacts on microbial quality of soil under coffee

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Melloni

    2013-02-01

    Full Text Available Minas Gerais destaca-se como o Estado que mais produz café no Brasil. Essa cultura é extremamente suscetível à presença de plantas daninhas, que podem ser manejadas por meio de métodos manuais, mecanizados e, ou, químicos, com impacto nos custos da produção e qualidade do solo. Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito exercido por diferentes métodos de controle de plantas daninhas na linha e entrelinha de cafeeiro, sobre a microbiota do solo e seus processos, que destacadamente têm sido utilizados em virtude de sua extrema sensibilidade e baixo custo. Para isto, amostras de solo foram retiradas em abril de 2010, em Latossolo Roxo distrófico da fazenda experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG, em São Sebastião do Paraíso, MG, na profundidade de 0-10 cm, no centro da rua (entrelinha do café, e a 20 cm do caule da planta do café (linha, para determinar os atributos: densidade de bactérias e fungos totais, solubilizadores de fosfato, celulolíticos, amonificantes, bactérias diazotróficas não simbióticas, carbono da biomassa e atividade microbianas, quociente metabólico (qCO2 e atividade enzimática pela hidrólise de diacetato de fluoresceína. O cafeeiro foi submetido a sete métodos de controle de plantas daninhas: roçadora, grade, enxada rotativa, herbicida pós-emergência, herbicida pré-emergência, capina manual e sem capina. Os resultados evidenciaram a complexidade dos efeitos desses diferentes métodos na microbiota do solo e seus processos, com menores impactos para capina manual e enxada rotativa. Os impactos dos métodos roçadora, grade, sem capina e aplicação de herbicidas de pré-emergência foram considerados intermediários, enquanto a aplicação de herbicidas de pós-emergência, na entrelinha do cafeeiro, promoveu os maiores impactos negativos nos atributos avaliados. Esses impactos devem ser considerados quando houver avaliação e escolha do método a ser

  18. Alternativas de manejo químico da planta daninha Digitaria ciliaris resistente aos herbicidas inibidores da ACCase na cultura de soja Chemical management alternatives of the weed Digitaria ciliaris resistant to ACCASE inhibiting herbicides in soybean crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.F. López-Ovejero

    2006-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a eficácia dos herbicidas inibidores da ACCase sobre uma população de capim-colchão (Digitaria ciliaris com histórico de falha de controle, bem como propor herbicidas alternativos a serem aplicados em condições de pré e pós-emergência na cultura de soja, foram conduzidos dois experimentos a campo no município de Palmeira-PR, durante o ano agrícola 2003/2004. No primeiro experimento, foi avaliada a eficácia dos tratamentos envolvendo herbicidas com mecanismo de ação de inibição da ACCase (g ha-1: sethoxydim (230, clethodim (108, butroxydim (75, tepraloxydim (100, fluazifop-p-butil (187,5, haloxyfop-r (60, propaquizafop (125, cyhalofop-butyl (225, fenoxaprop-p-ethyl + clethodim (50 + 50, além de testemunha sem herbicidas. No segundo experimento, os tratamentos constaram de herbicidas com mecanismos de ação alternativos, visando também o teste de eficácia de controle da planta daninha (g ha-1: trifluralina (2.700, clomazone (1.000, smetolachlor (1.920, sulfentrazone (600, trifluralina + sulfentrazone (2.100 + 400, clomazone + sulfentrazone (600 + 400, S-metolachlor + sulfentrazone (768 + 400 aplicados em condições de pré-emergência da planta daninha e da cultura e testemunha sem controle de plantas daninhas; os tratamentos apresentavam-se com ou sem complementação de controle através do herbicida imazethapyr (100, aplicado em condições de pós-emergência, com as plantas daninhas no estádio de duas a quatro folhas. Os resultados sugerem que a população estudada é resistente aos herbicidas inibidores da ACCase; os melhores resultados de eficácia de controle com os inibidores da ACCase foram obtidos com os herbicidas tepraloxydim, clethodim e butroxydim; os tratamentos com sulfentrazone isoladamente ou em mistura e os tratamentos com trifluralina, clomazone e S-metolachlor, em complementação com imazethapyr e imazethapyr isolado, foram eficazes no controle do biótipo resistente de

  19. Determinação do período crítico para prevenção da interferência de plantas daninhas na cultura de soja: uso do modelo "broken-stick" Determining the critical period of weeds interference on soybean yield: use of broken-stick model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio A. Spadotto

    1994-01-01

    Full Text Available Visando a fornecer subsídios para programas de manejo de plantas daninhas em culturas agrícolas, foi conduzido um experimento de campo em Botucatu, SP. O objetivo foi determinar, através do procedimento estatístico de análise de regressão, o período crítico para prevenção da interferência (PCPI de plantas daninhas de folha larga na produtividade da cultura de soja. Foi utilizado o delineamento experimental em blocos casualizados, com 3 repetições. A cultura foi mantida na presença das plantas daninhas de folha larga por diferentes períodos. O período crítico determinado foi de 21 a 30 dias após a emergência da cultura, segundo ajuste dos dados de produtividade ao modelo Broken-Stick. No entanto, o período crítico determinado indica que o controle das plantas daninhas pode ser realizado, uma única vez, através do uso de método momentâneo, sem efeito residual.This research is in support of weed management programs. A field experiment was carried out in Botucatu (São Paulo, Brazil, with the objective to determine the critical period of broadleaf weed interference on soybean, using statistical procedures of regression analysis. A randomized block design was used with 3 replications. The crop was kept weed infcsted for different periods. The criticar period of weed interference determined by the Broken-Stick modo was between 21-30 days after crop emergence. Broadleaf weeds in soybeanel crops can be controled with single use of remedial methods without residual effect.

  20. Uso do novo sistema Clearfield® na cultura do girassol para o controle de plantas daninhas dicotiledóneas Use of the new Clearfield® system in sunflower culture to control dicotyledonous weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Santos

    2012-06-01

    Full Text Available A ocorrência de plantas daninhas dicotiledóneas tem limitado o aumento da área de cultivo de girassol no Brasil, devido ao seu impacto sobre a produtividade. Isso se deve à escassez de produtos registrados para a cultura com amplo espectro de ação. Em razão disso, desenvolveram-se dois experimentos com o objetivo de avaliar a eficácia e seletividade de herbicidas do grupo das imidazolinonas aplicados em pós-emergência de plantas daninhas dicotiledôneas na cultura do girassol Clearfield®. Os experimentos foram instalados no campo, em Iguatemi, distrito de Maringá-PR. Os tratamentos constituíram-se de duas testemunhas sem aplicação de herbicida, sendo uma sem capina e outra capinada, sulfentrazone (200,00 g ha-1 aplicado em pré-emergência e imazapic+imazapyr aplicados em pós-emergência nas doses de [36,75+12,25], [52,5+17,5], [12,25+36,75] e [17,5+52,5] g ha-1. Foram feitas avaliações de controle para Euphorbia heterophylla, Conyza bonariensis, Raphanus raphanistrum, Bidens pilosa, Ipomoea grandifolia e Portulaca oleracea. Também foram realizadas avaliações de intoxicação do girassol Clearfield®, estande e produtividade em kg ha-1. De acordo com os resultados, verificou-se que o uso do sistema Clearfield® mostrou-se uma ótima opção para áreas com infestação de plantas daninhas dicotiledôneas, pois possibilita a aplicação de herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase (ALS; os controles obtidos variaram de medianos a excelentes, além de ele não provocar injúrias à cultura e manter o estande inicial e a produtividade.The occurrence of dicotyledonous weeds has limited the increase of the area of sunflower cultivation in Brazil, due to their impact on crop yield. This is a result of a shortage of products registered for the crop with broad-spectrum control. Thus, two experiments were installed to evaluate the efficacy and selectivity of the imidazolinone herbicides applied on post

  1. Aplicação de óleo fúsel isolado e em mistura com glifosato na pós-emergência tardia de plantas daninhas Fusel oil as herbicide at late weed postemergence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A.P.M. Azania

    2008-03-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado no Centro de Cana IAC, Ribeirão Preto, com o objetivo de avaliar a eficácia do óleo fúsel isolado e em mistura com glifosato, aplicado na pós-emergência tardia de plantas daninhas de uma comunidade natural. O delineamento experimental foi em blocos casualizados (DBC, com 13 tratamentos em quatro repetições, sendo 52 parcelas de 3 x 3 m cada. A aplicação dos tratamentos foi realizada em 22/3/2006, com equipamento costal pressurizado munido de barra com quatro pontas de pulverização Teejet 110.02 TT, regulado para volume de calda de 212 L ha-1. Avaliaram-se a porcentagem de controle aos 14, 21, 28, 35 e 42 dias após a aplicação do tratamento (DAA e a massa seca, aos 42 DAA. Para a maioria dos tratamentos somente não houve 100% de controle devido à presença de plantas daninhas dos gêneros Commelina e Cyperus spp., que, mesmo com partes amareladas, foram mais tolerantes à aplicação dos produtos. O controle obtido com óleo fúsel aplicado isoladamente não ultrapassou 20%, aos 42 DAA.This work was carried out at the Sugarcane Center (Centro de Cana IAC, Ribeirão Preto-SP, to evaluate the effectiveness of fusel oil alone and mixed with glyphosate applied at late weed post-emergence of a natural community. The experimental design was randomized blocks, with 13 treatments and 4 repetitions, totaling 52 plots 3x3m each. Application of the treatments was accomplished on 03/22/2006, with pressurized back sprayer. The control percentages were evaluated at 14, 21, 28, 35 and 42 days after treatment (DAA and weed dry matter was obtained by using a square 0.5 x 0.5 m sorted two times on the plots at 42 DAA. The less satisfactory results under the control at the end of the experiment were when fusel oil was applied alone. The lack of 100% control in the main treatments evaluated was due to the presence of the weeds Commelina and Cyperus spp., which were more tolerant to herbicide application. The control

  2. Efeitos de dejeto de suínos na incidência de plantas daninhas e na eficiência do herbicida metribuzin na cultura da batata-doce Effects of liquid swine manure on weed incidence and on metribuzin efficiency in the sweet potato yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvério P. Freitas

    1998-12-01

    Full Text Available O experimento foi realizado em condições de campo, na Fazenda Experimental da EPAMIG, em Ponte Nova-MG, no período de janeiro a julho de 1995, com o objetivo de avaliar o efeito de doses de dejeto de suínos na forma líquida, sobre a produção de batata-doce, cultivar Paulista, na incidência de plantas daninhas e na eficiência de controle de espécies de plantas daninhas pelo metribuzin. Utilizou-se o delineamento em blocos ao acaso, no esquema fatorial, com quatro repetições. Foram avaliados os efeitos das doses 0, 20, 40 e 60 m3 ha-1 de dejeto de suínos combinadas com 0, 300, 600 e 900 g ha-1 de metribuzin. Houve incremento linear de biomassa fresca das plantas daninhas de folhas largas, plantas de folhas estreitas e total de plantas daninhas em função do aumento das doses dejeto de suínos. O metribuzin foi seletivo para a cultura de batata-doce, não sendo observado nenhum sintoma visível de fitotoxicidade à cultura e eficiente no controle das principais plantas daninhas presentes na área. A produção máxima de raízes comerciais (22,94 t ha-1 foi obtida com o metribuzin na dose 810,17 g ha-1. Isto representou cerca de 89% superior ao peso obtido pela testemunha sem tratos culturais. Esta produtividade foi semelhante àquela observada nos tratamentos que receberam três cultivos. As plantas daninhas interferiram negativamente nas principais características avaliadas de produção da batata-doce. A cultura da batata-doce respondeu positivamente a adubação com dejeto líquido de suínos, com aumento linear da produção de raízes das classes extra A, comercial e total. Verificou-se também que houve correlação negativa entre plantas daninhas e as principais características de produção da cultura de batata-doce.This study was carried out under field conditions during the period from January to July 1995 at EPAMIG Experimental Farm, in Ponte Nova/MG, aiming to evaluate the effects liquid swine manure doses on the yield

  3. Organização das comunidades infestantes de plantas daninhas na cultura da cana-de-açúcar em agrupamentos-padrão Organization of weed communities in sugarcane standard groupings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.V. Ferreira

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a possibilidade de agrupar talhões de cana-de-açúcar colhida mecanicamente e sem queima prévia da palha na região de Ribeirão Preto-SP, de acordo com o potencial de infestação de plantas daninhas, por meio de análise de agrupamento por método hierárquico e outras técnicas de análise multivariada, utilizando como variável o índice de infestação relativa atribuído por avaliações visuais, em duas etapas. A primeira contemplou 20 talhões de cana-planta com ciclo de 18 meses; essas áreas foram utilizadas para comparação de dois métodos de estimativa da composição específica da flora daninha: análise fitossociológica e por meio da porcentagem visual de cobertura geral (CG e específica (CE. A segunda etapa consistiu no levantamento da composição específica da comunidade de plantas daninhas em 189 talhões, em áreas de cana-soca colhidas durante a safra de 2008, incluindo nesses talhões apenas CG e CE. Com as informações sobre os levantamentos da comunidade infestante foi construído um banco de dados, posteriormente submetido a análises exploratórias por técnicas de estatística multivariada. Para as principais espécies dentro dos talhões, que foram DIGNU, ARACH, IPOHF, MRRCI e IPOQU, seguidas de CYPRO, ELEIN e EPHHS, foram verificados 75% de coincidências de resultados entre os dois métodos de avaliação. Também notou-se que as avaliações visuais de porcentagem de cobertura das espécies podem substituir, para fins de praticidade, agilidade e aplicabilidade, as avaliações fitossociológicas, uma vez que proporcionaram boa capacidade de detecção das principais plantas daninhas dentro de cada talhão. As técnicas de estatística multivariada demonstraram que os talhões podem ser agrupados de acordo com semelhanças na intensidade da infestação e na composição específica.The aim of this study was to evaluate the possibility of grouping stands of sugarcane

  4. Habilidade competitiva de capim aries com plantas daninhas no estabelecimento: características morfológicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Silvestri Szymczak

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivou-se com esta pesquisa avaliar a competição interespecífica do Panicum maximum cv. Aries no período de estabelecimento, sendo os fatores estudados os níveis de sombreamento e de nitrogênio. Os níveis de sombreamento provocados pelas plantas daninhas foram de 0%, até 40%, até 70% e 60%, na ausência e na presença de nitrogênio. Foram analisados: altura de planta, dinâmica de perfilhamento, índice de área foliar (IAF, matéria seca, material senescente de folha e intensidade de competição relativa (ICR de P. maximum cv. Aries com as plantas daninhas. Os dados foram submetidos a testes de homogeneidade de variâncias e normalidade de resíduos, e então realizados análises de variância (ANOVA, teste de média (Tukey ao nível de 5% de probabilidade e regressão. As características morfológicas e produtividade do P. maximum cv. Aries apresentaram melhores respostas em condição de não interferência das plantas daninhas. O nitrogênio contribuiu para um melhor desenvolvimento de P. maximum cv. Aries, contudo no tratamento de convívio com as plantas daninhas sem corte houve o domínio sobre o P. maximum cv. Aries. O corte realizado nas plantas daninhas promoveu a diminuição da intensidade de competição interespecífica. A condição variável de sombreamento no tempo exprime diferentes respostas morfológicas em comparação com uma condição homogênea, interferindo principalmente na velocidade de estabelecimento do P. maximum cv. Aries.

  5. Controle de plantas daninhas pelo amicarbazone aplicado na presença de palha de cana-de-açúcar Weed control by amicarbazone applied in the presence of sugar-cane straw

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. Negrisoli

    2007-09-01

    Full Text Available Considerando que a palha pode alterar a dinâmica e a eficácia dos herbicidas no sistema de cana-crua e complementar a ação destes, o objetivo deste trabalho foi verificar a eficácia do amicarbazone no controle de plantas daninhas presentes em variadas circunstâncias, incluindo a possibilidade de absorção do herbicida diretamente da palha de cana-de-açúcar. Para isso, conduziu-se um experimento em vasos com quatro repetições, em que, além das testemunhas com e sem palha, o amicarbazone foi aplicado em diferentes situações: sobre 5 t ha-1 de palha; sobre o solo posteriormente recoberto com 5 t ha-1 de palha; sobre o solo sem cobertura de palha e com ou sem simulação de distintas quantidades de chuva aplicada antes ou após aplicação do produto. A dose de amicarbazone aplicada foi de 1.400 g ha-1 de ingrediente ativo (i.a., com consumo de calda equivalente a 200 L ha-1. As plantas daninhas utilizadas foram Brachiaria plantaginea, Brachiaria decumbens, Ipomoea grandifolia e Cyperus rotundus. Avaliaram-se a porcentagem de controle das plantas daninhas aos 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 e 56 DAA, nos tratamentos em que o amicarbazone foi aplicado em pré-emergência, e aos 3, 10, 17, 24, 31 e 38 DAA, quando o herbicida foi aplicado em pós-emergência; a biomassa seca aos 56 ou 38 DAA; e a viabilidade dos tubérculos de C. rotundus, pelo teste de tetrazólio na última avaliação. Verificou-se que, independentemente da planta daninha avaliada, os maiores índices de controle foram alcançados quando o amicarbazone foi aplicado sobre a palha, simulando-se em seguida precipitação correspondente a 2,5 ou 30 mm de chuva, e nos tratamentos em que o herbicida foi aplicado diretamente no solo desnudo ou recoberto com palha. Dessa forma, para I. grandifolia, B. plantaginea e B. decumbens, patamares mais elevados de controle foram alcançados quando o amicarbazone atingiu o solo, tanto aplicado diretamente como quando lixiviado da palha pela

  6. Influência da adubação nitrogenada sobre a interferência de plantas daninhas em feijoeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Nunes Bressanin

    2013-02-01

    Full Text Available A competição entre plantas daninhas e o feijoeiro, principalmente por nutrientes do meio, é de extrema importância, por seu efeito na perda de produtividade da cultura. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da adubação nitrogenada sobre a extensão do período anterior à interferência (PAI, período total de prevenção à interferência (PTPI e período crítico de prevenção à interferência (PCPI das plantas daninhas na cultura do feijoeiro cultivar 'Rubi'. A semeadura foi realizada no sistema convencional e o ensaio foi instalado em duas áreas simultâneas, tendo, em apenas uma, sido realizada adubação nitrogenada de cobertura. Dentro de cada área foram aplicados 14 tratamentos, que constaram de dois grupos; primeiro: a cultura permaneceu livre de interferência das plantas daninhas, da emergência até 10, 20, 30, 40, 50, 60 e 70 dias; segundo: a cultura permaneceu sob interferência, da semeadura até os mesmos períodos descritos anteriormente. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com quatro repetições. Raphanus raphanistrum apresentou maior importância relativa, nas duas áreas, principalmente pelo acúmulo de matéria seca, seguido de Amaranthus deflexus. Não houve comportamento diferenciado, em relação à diversidade e à equitatividade das populações de plantas daninhas, em resposta à adubação. Na área sem uso de N em cobertura, o PAI ocorreu aos 18 dias após a emergência (DAE da cultura e o PTPI ocorreu até os 24 DAE, resultando em PCPI dos 18 aos 24 DAE; nessa área, houve redução de 58% da produção da cultura. Na área onde foi realizada a adubação nitrogenada de cobertura, o PAI ocorreu aos 38 DAE da cultura e o PTPI ocorreu aos19 DAE; nessa área, houve redução de 56% da produção da cultura. Portanto, a adubação nitrogenada de cobertura aumentou a produtividade da cultura e a favoreceu competitivamente em relação às plantas daninhas.

  7. Análise matemática e biológica dos modelos de estimativa de perdas de rendimento na cultura devido à interferência de plantas daninhas Mathematical and biological analysis of the models for estimating culture yield losses due to weed interference

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Adati

    2006-01-01

    Full Text Available As plantas daninhas acarretam reduções no rendimento das culturas agrícolas. Os modelos matemáticos de estimativa de perda de rendimento na cultura devido à interferência dessas plantas podem ser instrumentos úteis à tomada de decisão de manejo. Se for possível prever as perdas de rendimento, será possível decidir se é viável ou não a aplicação de uma medida de controle. Há na literatura vários modelos matemáticos empíricos de regressão lineares, não-lineares e polinomiais usados para estimar as perdas de rendimento devido às plantas daninhas. O presente trabalho teve como objetivo apresentar uma análise dos modelos matemáticos presentes na literatura utilizados para estimar as perdas de rendimento que as plantas daninhas acarretam à cultura, considerando o ajuste matemático às observações e a descrição biológica do comportamento dessas perdas.The presence of weeds in any production system involving plants causes crop yield losses. Mathematical models for crop yield loss estimation due to the interference of weeds can be useful tools for decision-making management strategies. If it is possible to predict crop yield loss, it will be possible to decide whether it is viable to apply control measures. There are several empirical models in the literature used to estimate crop yield loss due to the presence of weeds, which are linear, non linear and polynomial. The goal of this work is to present an analysis of the existing mathematical models used to estimate crop yield loss due to weeds by considering both their mathematical fit and biological behavior.

  8. Efeito de coberturas de inverno e sua época de manejo sobre a infestação de plantas daninhas na cultura de milho Effect of winter cover crops and their management timing on weed infestation in maize crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A. Balbinot Jr.

    2007-09-01

    Full Text Available No sistema de plantio direto, a presença de palha sobre o solo proporciona significativa supressão de plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de coberturas de inverno e sua época de manejo em reduzir a infestação de plantas daninhas na cultura de milho quando semeada em sucessão. Dois experimentos foram realizados em Canoinhas, SC, nas safras 2003/04 e 2004/05. No primeiro experimento, avaliaram-se seis coberturas de solo no inverno: nabo forrageiro, aveia-preta, centeio, azevém, consórcio entre aveia-preta e ervilhaca e o consórcio entre nabo forrageiro, aveia-preta, centeio, azevém e ervilhaca. Essas coberturas foram roçadas em três épocas antes da semeadura do milho: 1, 10 e 25 dias. Já no segundo experimento, foram avaliados os efeitos de supressão de plantas daninhas pela palha das seis coberturas citadas anteriormente, mais a ervilhaca. As palhas de azevém e do consórcio das cinco espécies utilizadas no experimento apresentaram alta capacidade em suprimir a emergência e o acúmulo de massa seca das plantas daninhas, enquanto a palha de nabo forrageiro apresentou baixo potencial de supressão. O manejo das coberturas próximo à semeadura da cultura de milho reduziu a infestação de plantas daninhas.Straw on the soil significantly reduces weed infestation under the no-tillage system. The aim of this research was to evaluate the potential of winter cover crops and their management timing in reducing weed infestation in maize crop. Two experiments were carried out in Canoinhas, SC, Brazil, in 2003/2004 and 2004/2005. In the first experiment, six winter cover crops were investigated: oilseed radish, black oat, rye, rye grass, intercropped among black oat and common vetch and among oilseed radish, black oat, rye, ryegrass and common vetch. These cover crops were slashed down at three different times before maize seeding (1, 10 and 25 days. In the second experiment, the potential to reduce weed

  9. Influência das épocas de controle das plantas daninhas na produção de laranja pera Influence of weed control timing on the production of orange

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Eduardo B. de Carvalho

    1993-01-01

    Full Text Available Durante 4 anos agrícolas, conduziu-se um experimento no município d Rio Real, BA, com o objetivo de determinar o período em que as plantas daninhas apresentam maior interferência na produção da cultura durante o ano, levando-se em consideração a disponibilidade de água no solo, em função do balanço hídrico climatológico que estimou sua capacidade de armazenamento em 125 mm de água. Os tratamentos constituíram um arranjo do controle do mato nas quatro épocas pré-estabelecidas. As principais plantas daninhas presentes foram a falsa-serralha (Emilia sonchifolia, capim-colchão (Digitara horizontalis, capim-favorito (Rynchelitrum roseum e picão-preto (Bidens pilosa. Na época 1 (dezembro, janeiro e fevereiro ocorrem pouquíssima água armazenada no solo e alta deficiência hídrica. A época 2 (março, abril e maio caracteriza-se por aumento considerável dos índices de armazenamento de água pelo solo, porém sem excedente hídrico e com deficiência em março. A época 3 (junho, julho e agosto é a única em que ocorre excedente de água armazenada no solo. Setembro, outubro e novembro formam a época 4, quando a disponibilidade de água no solo diminui, aumentando gradativamente a deficiência hídrica. Concluiu-se que para aquele ecossistema o pomar deve ser mantido livre da interferência da comunidade infestante a partir de setembro/outubro até abril/maio.Over a period of 4 years a trial was carried out to determine the time when interference of weeds with plant production was highest. Water availability was considered to be 125 mm based on climatic water balance to estimate the soils water storability. The main weeds were Emilia sonchifolia, Digitaria horizontalis, Rynchelitrum roseum and Bidens pilosa. In period 1 (December to February very little water is stored in the soil and there is a water deficit. In period 2 (March to May a marked increase in water storage is observed; however with no plant availability and with

  10. Efeito do metribuzin no controle das plantas daninhas e na produção de grãos em Glycine max (L merrill Effect of metribuzin in weed control and yield of Glycine max (L. merrill

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. P. Silva Neto

    1991-01-01

    Full Text Available No ano agrícola 1985/ 86, em Viçosa-MG, foi instalado um ensaio de campo em solo Pdzólico Vermelho-Amarelo argiloso e com 2,9% de matéria orgânica, objetivando estudar o efeito das doses de metribuzin (0,0; 0,35; 0,70 e 1,05 kg i.a.ha-1 no controle de plantas daninhas e na produtividade da soja (Geycine max (L. Merri ll, cv. 'Uber aba'. A maioria das monocotiledôneas que ocorreram na area experimental foi represent ada por Cyperus rotundus L., Brachiaria plantaginea (Link Hitch. e Cynodon dactylon (L. Pers., tendo-se verificado somente redução em Brachiaria planta taginea em virtude do aumento das doses de metribuzin, ocorrendo o mesmo com relação às dicotiledôneas que se fizerem presentes no experimento, com exceção de Oxalis Oxyptera Prop., que não foi controlada nas doses utilizadas. A densidade total médias das invasoras, menos Cyperus rotundus , Oxalis oxyptera e Cynodon dactylon, foi de 141; 124; 62 e 59 plantas . m-2, respectivamente, para as doses de 0,0; 0,35 ; 0,70 e 1,05 kg i.a.ha-1 de metribuzin. A dose de 0,35 kg i.a. de metribuzin.ha-1 foi suficiente para promover a redução da matéria seca da parte aérea das plantas daninhas com a mesma eficiência de controle da dose de 1,05 kg i.a .ha-1 Entretanto, a densidade total médil das invasoras foi reduzida sig nificativamente nas doses de 0,70 e 1,05 kg i.a. de metribuzin.ha-l. O efeito do metribuzin na soja foi evidenciado somente na dose de 1,05 kg i.a.ha-1, com injúria foliar (clorose leve ocorrida até 25 dias, aproximadamente, apôs a emergência das plântulas. Após esse período, houve total recuperação de todas as plantas de soja submetidas a essa dose. A produção de grão se o índice de colheita não foram influencia dos significativamente pelas doses de metribuzin.In order to test doses of metribu zin (0,0; 0,35; 0,70 and 1,05 kg a.i.ha ¹ in weed control and yield of soybe an (Glycine max (L. Merri ll, Uberaba, an experiment was conducted under

  11. Componentes produtivos do milho sob diferentes manejos de plantas daninhas e arranjos de plantio em sistema agrossilvipastoril

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Vitória Santos

    2015-09-01

    Full Text Available O sucesso de um cultivo consorciado esta relacionado com o conhecimento de todos os fatores que afetam o crescimento e produção das espécies. Objetivou-se neste trabalho avaliar a produção de grãos de milho sob diferentes manejos de plantas daninhas e arranjos de plantio em sistema agrossilvipastoril. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com três repetições. Os tratamentos foram dispostos no esquema de parcelas subdivididas, sendo as parcelas correspondentes aos sistemas de consórcio: eucalipto ou eucalipto junto com acácia consorciada com milho eBrachiaria brizanthacv. 'Marandu' ou B. decumbenscv. 'Basilisk' ou B. brizanthacv. 'Piatã'. Nas subparcelas, alocaram-se os sistemas de manejo de plantas daninhas: atrazine aplicado isoladamente ou mistura em tanque do atrazine com subdose do nicosulfuron. Adicionaram-se duas testemunhas relativas ao milho em monocultivo nos dois sistemas de manejos de plantas daninhas. As espécies florestais foram transplantadas na ocasião da semeadura do milho e das braquiárias, realizada em plantio direto. A aplicação de nicosulfuron em mistura com atrazine promoveu o aumento da altura de plantas e inserção de espigas, sem influenciar na produtividade de grãos de milho. O eucalipto, acácia e as espécies de braquiárias, estabelecidos concomitantemente, não influenciaram na produtividade de milho. A produtividade de grãos de milho é reduzida no sistema agrossilvipastoril em relação ao monocultivo.

  12. Desempenho de herbicidas no controle de plantas daninhas em milho silagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. Philippi

    2016-01-01

    Full Text Available No estado de Santa Catarina a produção de grãos de milho divide espaço com a produção de milho silagem, sendo está amplamente difundida na pecuária como alimento volumoso para bovinos. Neste sentido, torna-se importante a busca por alternativas que visem minimizar perdas de produtividade, entre elas, reduzir a competição causada por plantas daninhas, que interferem no acúmulo de biomassa. Assim, objetivou-se avaliar a eficiência dos herbicidas Primóleo® (atrazina e Callisto® (mesotriona no controle de plantas daninhas na cultura do milho silagem em duas épocas de cultivos. Os ensaios foram arranjados em delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 4x2 (diferentes tipos de controle e diferentes safras. Os tratamentos foram: aplicações dos herbicidas atrazina e mesotriona, a capina mecânica e a testemunha. Para a aplicação dos mesmos, foi realizado o levantamento da população de plantas daninhas de todas as parcelas com área de 12 metros quadrados cada. Posteriormente, com os tratamentos aplicados, foi efetuado avaliações visuais da eficiência de controle aos 14, 21 e 28 dias após a aplicação, onde o herbicida atrazina se mostrou mais eficiente que o mesotriona, as demais variáveis analisadas foram: produtividade, altura de inserção de espiga e rendimento de espiga. Por meio dessas, verificou-se que controle mecânico de plantas daninhas é mais eficiente que o controle químico, e que não houve diferença significativa de rendimento de milho entre os herbicidas mesotriona e atrazina independentemente da época de cultivo.Herbicide performance in weed control in corn silageAbstract: In Santa Catarina, the production of grains of maize shares space with the production of corn silage, which is used in cattle as forage for cattle food. In this sense, it is important to search for alternatives that minimize the loss of productivity, among them, reduce competition caused by weeds that affect

  13. Levantamento fitossociológico de plantas daninhas em pastagens degradadas do Médio Vale do Rio Doce, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evander Alves Ferreira

    2014-08-01

    Full Text Available O levantamento fitossociológico é uma ferramenta importante, na análise do impacto que os sistemas de manejo e as práticas agrícolas exercem sobre a dinâmica de crescimento e ocupação das plantas daninhas no agroecossistema. Por essa razão, esta pesquisa teve como objetivo realizar a caracterização fitossociológica de plantas daninhas, em oito áreas de pastagens degradadas, de cinco municípios do Médio Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. No total foram identificadas 68 espécies, pertencentes a 18 famílias, sendo que o gênero Sida ocorreu em todas as áreas avaliadas. De maneira geral, a Uroclhoa decumbens, a Sida glaziovii e a Sida carpinifolia foram as espécies encontradas com maior frequência. Todavia, constatou-se grande diversidade de plantas daninhas nas áreas avaliadas, sendo a maior riqueza observada no município de Galiléia e, a menor, em Governador Valadares. As áreas estudadas apresentaram baixa similaridade entre si, sendo, portanto, indicado que o manejo de plantas daninhas seja específico para cada situação.

  14. Dinâmica populacional de plantas daninhas em cultivares de alface produzidas no verão em Seropédica - RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio de Amorim Brandão

    2015-07-01

    Full Text Available Diferenças na arquitetura em espécies de alface cultivadas podem levar a alterações nas populações de plantas daninhas no período de cultivo. Dessa forma, objetivou-se neste trabalho avaliar efeitos de cultivares de alface na supressão de plantas daninhas. Foram avaliadas 12 cultivares de alface dispostas no delineamento em blocos ao acaso, com três repetições. As parcelas constituíram-se de 12 plantas distribuídas em quatro linhas espaçadas em 0,30 m. As cultivares avaliadas foram: do grupo lisa (Regina 2.000, Regina 500, Regina 3.500, Maravilha de Inverno, Boston Branca, Rainha de Maio; do grupo crespa (Grand Rapids, Hanson, Camila, Banchu Red Fire e do grupo americana (Grandes Lagos, Delícia. A população de plantas daninhas foi avaliada aos 15 e 29 dias após o transplantio das cultivares. As plantas daninhas foram coletadas em um quadrado de 0,25 m de lado, lançadas ao acaso nas parcelas. Todas as plantas do interior do quadrado foram coletadas e identificadas, e o número de espécies e de indivíduos por espécie foi quantificado. Em seguida, esse material foi seco em estufa de circulação forçada a 65ºC por 72 horas, até atingir massa constante. Determinou-se a frequência (F; densidade (D; dominância (DO; frequência relativa (FR; densidade relativa (DR; dominância relativa (DOR e índice de valor de importância (IVI. As três principais plantas daninhas, com relação ao (IVI, identificadas nas duas coletas, foram a Cyperus esculentus L., Commelina benghalensis L. e Panicum maximum Jacq. As cultivares do grupo lisa Regina 500, Regina 2.000, Regina 3.500 e Rainha de Maio provocaram maior supressão de todas as espécies de plantas daninhas na segunda avaliação.

  15. Interferência de plantas daninhas no cultivo da melancia Weeds interference periods in watermelon crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleber Daniel de G Maciel

    2008-03-01

    Full Text Available A cultura da melancia é uma atividade explorada regionalmente, sendo uma das mais importantes fontes de renda familiar de pequenos municípios do médio Paranapanema, onde mudanças significativas no processo produtivo são atualmente constatadas, passando de mão-de-obra intensiva para uso de tecnologias promissoras, como é o caso do manejo de plantas daninhas. Um experimento foi conduzido no município de Oscar Bressani (SP, em área de produção comercial, com objetivo de estudar a interferência de plantas daninhas, no cultivo da melancia, na safra 2002/2003. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso com dez tratamentos e quatro repetições, representadas por parcelas com área útil de 18 m², contendo quatro plantas de melancia e infestação prevalecente das espécies Sidaspp, Brachiaria humidicola, Commelina benghalensise Portulaca oleracea. A infestação das plantas daninhas foi estimada através de amostragens aleatórias das parcelas utilizando-se quadro vazado de ferro com 0,5 m de lado. Os tratamentos constaram de testemunhas capinadas e sem capina e diferentes épocas de controle da infestação, de forma que a cultura foi mantida na presença ou ausência das plantas daninhas até 7; 14; 28; 56 e 63 dias após a sua emergência (DAE. A ocorrência do período inicial de convivência possível maior que o período final estabeleceu o Período Crítico de Prevenção da Interferência do 9º ao 13º dias (PCPI= 9-13 DAE. A redução média da produtividade em função da interferência das plantas daninhas durante todo o ciclo da melancia foi de 41,4%. As características diâmetro e espessura da casca dos frutos também foram influenciadas pela convivência com a infestação durante todo o ciclo com decréscimos, de 7,9% e 23,3%, respectivamente, em média, ao contrário do comprimento e diâmetro de ramas e do ºBrix da polpa dos frutos, onde não foram constatadas diferenças significativas.Water melon

  16. Períodos de interferência de plantas daninhas na cultura do feijoeiro-comum (Phaseolus vulgaris L. Periods of weeds interference in culture common bean (Phaseolus vulgaris

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Borchartt

    2011-09-01

    Full Text Available Objetivou-se nesta pesquisa determinar os períodos de interferência de plantas daninhas no feijoeiro-comum (Phaseolus vulgaris L. cultivado em plantio direto, em Rolim de Moura-RO. Dois ensaios foram conduzidos simultaneamente; no primeiro a cultura permaneceu livre da competição com plantas daninhas desde a emergência até os 7; 14; 21; 28; 35; 42; 49 e 64 dias; no segundo a cultura permaneceu em competição com a comunidade infestante pelos períodos citados no primeiro ensaio. O delineamento utilizado foi de blocos ao acaso, com quatro repetições. A Digitaria horizontalis e Zea mays foram as espécies que apresentaram maior importância. A D. horizontalis atingiu altas frequências relativas, dominância relativa e densidade de até 95,3%. A Z. mays apesar dos baixos índices de densidade e freqüência relativa, apresentou alta dominância relativa pelo grande acúmulo de massa seca. O rendimento de grãos do feijoeiro foi afetado pela convivência com as plantas daninhas. Assumindo perdas de 5% no rendimento de grãos do feijoeiro pela interferência da comunidade infestante o período anterior à interferência foi de quatro dias, onde não foi necessária a realização do controle. O período total de prevenção da interferência foi de dezoito dias após a emergência (DAE e o período crítico de prevenção da interferência situou-se entre os quatro e os dezoito DAE. Neste período até 18 DAE a convivência do feijoeiro com plantas daninhas ocasionou diminuição no rendimento da cultura por competirem pelos recursos do meio, onde houve necessidade de serem controladas.The research was carried out with the objective of determining the critical periods of weed interference in the culture of the common bean (Phaseolus vulgaris L. cultivated in no tillage system in Rolim de Moura-RO. Two trials were conducted simultaneously where in the first the culture remained free of the competition with weeds since the emergency until the

  17. Estrutura do capim-braquiária em relação à planta daninha = Structure of signalgrass in relation to weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Eduardo Rozalino Santos

    2011-07-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar as características estruturais da Brachiaria decumbens cv. Basilisk em relação à planta daninha Solanum sisymbrifolium no pasto. Os tratamentos foram dois locais no mesmo pasto, quais sejam, próximo e distante da planta daninha. O delineamento foi em blocos ao acaso com três repetições. O pasto foi manejado sob lotação contínua, com bovinos e com altura média de aproximadamente 25 cm. Foram quantificadas as densidades populacionais das categorias de tamanho dos perfilhos, a altura, a interceptação de luz, as massas e as densidades volumétricas dos componentes morfológicos do pasto. No local distante da planta daninha houve maior ocorrência de perfilhos com tamanho inferior a 20 cm. Já no local próximo da planta daninha, predominaram perfilhos com tamanho superior a 40 cm. A presença da planta daninha ocasionou aumento na altura do pasto e incremento na interceptação de luz pelo dossel. As massas e as densidades volumétricas de lâmina foliar viva, colmo vivo e material morto foram inferiores no local próximo da planta daninha em relação ao local distante. A ocorrência da planta S. sisymbrifolium provoca variabilidade espacial da vegetação no pasto de B. decumbens manejado sob lotação contínua com bovinos.The objective of this study was to evaluate the structural characteristics of Brachiaria decumbens cv. Basilisk in relation toSolanum sisymbrifolium in pasture. The treatments were two sites in the same pasture, near and far from the weeds. A randomized block design with three replications was used. The pasture was managed under continuous stocking and grass height was kept at about 25cm.Densities were quantified for categories tiller size, height, light interception, masses and volumetric densities of morphological components of the pasture. In the site far from the weeds there is a higher occurrence of tillers with size smaller than 20 cm. In site near the weeds, tillers larger than 40 cm

  18. Eficácia e seletividade de herbicidas do grupo das imidazolinonas aplicados em pós-emergência de plantas daninhas monocotiledôneas na cultura do girassol CL Efficacy and selectivity of herbicides from the imidazolinone group applied in post-emergence of monocotyledon weeds on CL sunflower culture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.C. Francischini

    2012-12-01

    Full Text Available O controle das plantas daninhas, em geral, é realizado pelo uso de herbicidas, porém essa prática é limitada na cultura do girassol, por haver apenas dois produtos registrados para essa cultura (alachlor e trifluralin. Entretanto, o uso de novas tecnologias pode facilitar o controle das plantas daninhas com herbicidas que possuem amplo espectro de controle. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia e seletividade de herbicidas do grupo das imidazolinonas aplicados em pós-emergência de plantas daninhas monocotiledôneas na cultura do girassol Clearfield (CL. Para isso, foram instalados dois experimentos em campo. Os tratamentos e as respectivas doses em g ha-1 foram: trifluralin (1.800 aplicado em pré-emergência, fluazifop-p-butil (187 e imazapic+imazapyr nas doses de [36,75+12,25], [52,5+17,5], [12,25+36,75] e [17,5+52,5], aplicados em pós-emergência, além de duas testemunhas sem aplicação de herbicida, sendo uma sem capina e outra com capina. Foram realizadas avaliações de controle para Eleusine indica, Brachiaria plantaginea, Lolium multiflorum, Digitaria insularis, Cenchrus echinatus e Digitaria horizontalis, fitointoxicação do girassol Clearfield, estande e produtividade em kg ha-1. De acordo com os resultados, verificou-se que o uso do sistema CLmostrou-se uma ótima opção para áreas com infestação de plantas daninhas monocotiledôneas, pois possibilita a aplicação de herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase (ALS, obtendo excelente controle das plantas daninhas, além de não provocar injúrias visuais, mantendo o estande inicial, sem alterar a produtividade da cultura.Weed control is generally accomplished by the use of herbicides. However, this practice is limited in sunflower cultivation,since only two products are registered for the culture (alachlor and trifluralin.The use of new technologies can facilitate weed control with herbicides with broad spectrum control. Therefore, the

  19. Interferência de uma comunidade de plantas daninhas com predominância de Ipomoea hederifolia na cana-soca Interference of a weed community with predominance of Ipomoea hederifolia on sugar cane ratton

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I.A.B. Silva

    2009-06-01

    Full Text Available Levantamentos recentes da flora de plantas daninhas associada à cultura da cana-de-açúcar apontaram Ipomoea hederifolia como uma das espécies mais importantes. Em virtude disso, objetivou-se determinar o potencial de redução da produtividade da cana-de-açúcar e da qualidade do caldo em resposta à interferência de uma comunidade de plantas daninhas com predomínio de I. hederifolia, bem como o período anterior à interferência (PAI. Foi instalado um experimento em Pitangueiras, SP, em que constituíram tratamentos nove períodos crescentes de convivência das plantas daninhas com a cultura (0, 16, 30, 44, 69, 97, 135, 160, 188 e 229 dias após o cultivo e adubação e início da brotação - DAB. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com cada tratamento em quatro repetições. Concluiu-se que o potencial de redução do número final de colmos e de produtividade foi de 34% e 46%, respectivamente. O PAI foi do início da brotação e se estendeu por 33 dias. Com o aumento do período de convivência com a comunidade infestante, houve antecipação do processo de maturação dos colmos, cujo caldo tendeu a apresentar maior valor de açúcar total recuperável (ATR. Com a redução de produtividade devido à interferência, o valor de ATR ha-1 tendeu a ser negativamente afetado.Recent surveys on weed community associated with sugar cane have pointed Ipomoea hederifolia as one of the most important species. Thus, this work aimed to determine the potential for reducing the productivity and quality of sugar cane in response to weed community interference with a predominance of I. hederifolia, and the period prior to interference (PPI. An assay was installed in Pitangueiras , Brazil, with the treatments consisting of nine periods of coexistence of the weeds with the culture (0, 16, 30, 44, 69,97, 135, 160,188 and 229 days after cultivation and fertilization and days after sprouting. The experiments were arranged in a

  20. Diagnóstico da resistência aos herbicidas em plantas daninhas Diagnosis of herbicide resistance in weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.A. Vidal

    2006-09-01

    Full Text Available A resistência de plantas daninhas aos herbicidas caracteriza-se como um fenômeno evolutivo, decorrente da seleção imposta por estes. Esse é um problema grave que vem aumentando nos últimos anos nas áreas agrícolas em todo o mundo. A prevenção por meio de métodos alternativos de manejo atrasa o aparecimento de plantas resistentes, porém o monitoramento periódico das lavouras é a melhor forma de evitar a disseminação quando do surgimento da resistência. Métodos diagnósticos rápidos, eficazes e precisos são úteis na confirmação dos casos de resistência, evitando a disseminação de sementes na área. Diversos métodos têm sido desenvolvidos nos últimos anos, buscando agilizar o diagnóstico da resistência. Recentemente, métodos desenvolvidos através do uso da biotecnologia têm sido aprimorados e mostram uma tendência para o futuro na detecção da resistência aos herbicidas pelas plantas daninhas. No presente trabalho, objetivou-se discutir os métodos para diagnóstico da resistência em plantas daninhas aos herbicidas relatados pela literatura, apresentando suas vantagens e desvantagens, bem como abordando suas possibilidades de aplicação.Weed resistance to herbicides is an evolutive phenomenon caused by the selection imposed by the herbicides. This serious problem has been increasing in the last years in agricultural areas. Prevention through alternative management methods delays the appearance of resistant weeds. However, periodic monitoring of farmlands is the best way to avoid the spreading of the selected resistance biotypes. Fast, efficient and precise diagnosis methods are useful in the confirmation of resistance cases avoiding seed dissemination. Different methods have been developed in the last years seeking to improve resistance diagnosis. Recent methods developed through biotechnology have been improved and are promising methods for herbicide resistant weed detection.

  1. Interferência das plantas daninhas sobre o desenvolvimento inicial de plantas de soja e arroz através da qualidade da luz Weed interference in the initial development of soybean and rice plants through light quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Merotto Jr.

    2002-04-01

    Full Text Available Os efeitos da competição pela quantidade da luz são um dos principais prejuízos causados pela convivência das plantas daninhas com as culturas. No entanto, as plantas daninhas também podem alterar a qualidade da luz no ambiente e afetar o desenvolvimento das plantas cultivadas. O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos da qualidade da luz, originados artificialmente por lâmpadas ou naturalmente pela presença das plantas daninhas, sobre o desenvolvimento de plantas de soja e arroz. O primeiro experimento constou da variação da qualidade da luz através de fontes artificiais de luminosidade, da competição com plantas daninhas e da presença de palha sobre o solo. O segundo experimento constou da variação da presença de plantas daninhas no tempo, na entrelinha ou em área total da cultura, e de anteparos fixados paralelamente à linha das plantas cultivadas de forma a eliminar a competição por água e nutrientes. O incremento da radiação vermelha extrema aumentou a altura das plantas de soja aos 25 dias após a emergência (DAE. A presença de plantas daninhas até os 15 e 16 DAE diminuiu o crescimento de arroz e soja, respectivamente. Os efeitos isolados da qualidade de luz, originados pela presença de plantas daninhas na entrelinha e pelo uso de anteparos, diminuíram a massa seca, o estádio de desenvolvimento e perfilhamento das plantas de arroz aos 15 e 29 DAE. As plantas daninhas podem ser consideradas fator de alteração da qualidade da luz e conseqüente interferência no desenvolvimento inicial das culturas.Light quantity is one of the main causes of competition between weed and crops. Also, weeds can change light quality in the community thus decreasing crop development. The aim of this research was to evaluate the effect of light quality, produced artificially by lamps or naturally by weeds, on initial soybean and rice development. The first experiment consisted of variation of light quality from artificial

  2. Aumento da população de plantas e uso de herbicidas no controle de plantas daninhas em milho Increase of plant population and use of herbicides to control weeds in corn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aldo Merotto Junior

    1997-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar a capacidade de controle de plantas daninhas efetuada pelo aumento da população de plantas de milho em associação com diferentes métodos de controle de plantas daninhas. O experimento foi conduzido em Lages (SC sob o delineamento de blocos ao acaso em parcelas subdivididas. Nas parcelas principais foram alocados os métodos de controle de plantas daninhas: 1 sem controle; 2 atrazine + metolachlor (1,4 + 2,1 kg/h a em pré emergência; 3 nicosulfuron (60 g/ ha em pós - emergência; 4 atrazine + metolachlor em pré emergência e nicosulfuron em pós-emergência; e 5 capina até o florescimento. Nas sub parcelas foram alocadas as populações de plantas: 35.000, 50.000, 68.000 e 80.000 plantas ha-1. O aumento da população de plantas foi mais efetivo na diminuição da matéria seca de plantas daninhas nos tratamentos sem controle e com herbicida em pré emergência. As plantas daninhas promoveram maiores decréscimos no rendimento de grão s de milho na população de 80000 plantas ha-1, onde a competição com plantas daninhas somou-se à competição intraespecífica que também é maior do que nas menores populações . O uso de altas populações de plantas diminui a competição com plantas daninhas , mas deve ser complementado com outros métodos de controle no início do desenvolvimento da cultura.The objective of this experiment was to evaluate the effectiveness of increasing corn plant population in association with differe nt methods to control weeds. The trial was conduted in Lages, SC, using a randomized complete block desing in a split plot arragement. Fiv e methods of weed control were located at the main plots: 1 check without control, 2 atrazine + metolachlor (1,4 + 2,1 kg/ha in pre-emergency, 3 nicosulfuron (60 g/ha in post emergency, 4 atrazine + metolachlor in pre-emergency and nicosulfuron in post emergency, and 5 hoeing up to flowerin g. Four plant population were tested at split

  3. Biologia e manejo de plantas daninhas em áreas de plantio direto Weed biology and management in no-tillage areas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.G. Gomes JR.

    2008-01-01

    Full Text Available Procurou-se relacionar alguns aspectos importantes da biologia e do manejo das plantas daninhas infestantes em áreas cultivadas sob sistema de plantio direto, com o objetivo de mostrar que a viabilidade deste plantio depende do controle eficiente das plantas daninhas. Nesse sistema de cultivo ocorrem algumas espécies de plantas daninhas comumente não observadas no sistema convencional, sendo essas constatações relacionadas ao não-revolvimento do solo, favorecendo o desenvolvimento de espécies de plantas daninhas perenes, e às alterações nas condições de temperatura e incidência de luz no interior do solo, influenciando os mecanismos de dormência das sementes de algumas espécies. A estratégia adequada para o controle das plantas daninhas em plantio direto exige conhecimento da dinâmica populacional do banco de sementes do solo e deve reunir métodos integrados de controle para reduzir o uso de herbicidas. A liberação de substâncias alelopáticas de algumas culturas de cobertura e o efeito supressor da camada de palha são medidas importantes para integrar ao controle químico das plantas daninhas. Entretanto, deve-se atentar para os efeitos negativos sobre algumas espécies de plantas cultivadas. As pesquisas na área de biologia das plantas daninhas e alelopatia das culturas de cobertura, associadas com a tecnologia de aplicação de herbicidas e a agricultura de precisão, poderão contribuir para a otimização do controle das plantas daninhas em áreas de plantio direto.Some important aspects of weed biology and control under no tillage are described to show that the viability of this system depends on weed control efficiently performed. Some of the weeds infesting this cropping system are present in much greater density under the conventional system, this being probably due to the little soil disturbance under no tillage systems, where the occurrence of perennial weeds is more feasible, and changes in the temperature and

  4. Effects of weed control through cowpea intercropping on mayze morphology and yield Efeitos do controle de plantas daninhas, por meio da consorciação com feijão-caupi, na morfologia e no rendimento de cultivares de mil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.K.O. Gomes

    2007-09-01

    trabalho foi avaliar os efeitos do uso do caupi, em consorciação, e de capinas sobre a morfologia e o rendimento de cultivares de milho. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, com tratamentos dispostos em parcelas subdivididas e cinco repetições. Quatro cultivares de milho (BA 8512, BA 9012, EX 4001 e EX 6004 foram aplicados às parcelas e submetidos aos seguintes tratamentos: sem capinas; duas capinas (aos 20 e 40 dias após o plantio; e consorciação com o caupi (cultivar Sempre Verde, plantado por ocasião do plantio do milho, entre as fileiras da gramínea. Foram avaliados os rendimentos de espigas verdes e de grãos; as características de entrenós, folhas, pendões, espigas e grãos; as alturas da planta e de inserção da espiga; o número de espécies e de plantas por unidade de área das plantas daninhas; e a biomassa fresca e seca das plantas daninhas e do feijão-caupi. Dez espécies de plantas daninhas predominaram no experimento, com destaque para a família Poaceae. Na maioria das características, não se verificou interação entre métodos de controle de plantas daninhas e cultivares, e as plantas das parcelas capinadas foram superiores (mais produtivas e com maiores médias nas outras características avaliadas àquelas das parcelas não-capinadas e das parcelas consorciadas, as quais não diferiram entre si. Portanto, o feijão-caupi foi ineficiente no controle das plantas daninhas, não produziu grãos e reduziu os rendimentos do milho. Os cultivares de milho BA 8512 e BA 9012 apresentaram os maiores rendimentos de espigas verdes e de grãos nas subparcelas capinadas, não-capinadas e consorciadas. Por sua vez, o cultivar EX 6004 apresentou as maiores médias nessas características apenas nas parcelas não-capinadas e consorciadas. O cultivar EX 4001 foi o pior nas referidas características, nos três tipos de subparcelas.

  5. Photosynthetic activity of cassava plants under weed competition Atividade fotossintética de plantas de mandioca submetidas a competição com plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. Aspiazú

    2010-01-01

    tratamentos consistiram no cultivo de plantas de mandioca isoladas e associadas a três espécies daninhas (Bidens pilosa, Commelina benghalensis e Brachiaria plantaginea. Após início da brotação das manivas, 15 dias após o plantio, fez-se o desbaste das plantas daninhas, semeadas no momento do plantio das manivas, deixando-se oito plantas de B. pilosa, quatro de C.benghalensis e quatro de B.plantaginea. Aos 60 dias após a brotação das manivas, avaliou-se a concentração de CO2 interna na folha (Ci, temperatura da folha no momento da avaliação (Tleaf e a taxa fotossintética (A, sendo calculado também o CO2 consumido (ΔC referentes às plantas de mandioca. Foi elaborada ainda matriz de correlação entre as variáveis. Todas as características avaliadas foram influenciadas pela espécie de planta daninha em competição com a cultura. A mandioca foi mais afetada por B. pilosa e B. plantaginea em relação ao acesso à radiação solar e água, enquanto C. benghalensis parece afetar mais a composição da luz incidente sobre a cultura, permitindo que a mandioca possa antecipar a imposição da competição, mesmo antes que atinja níveis prejudiciais.

  6. Interferência de plantas daninhas sobre a produtividade da mandioca (Manihot esculenta Weed interference in cassava (Manihot esculenta yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.A.A. Albuquerque

    2008-06-01

    Full Text Available O manejo inadequado das plantas daninhas é uma das principais causas da baixa produtividade da cultura da mandioca no Brasil. Objetivou-se com este trabalho identificar as espécies de plantas daninhas infestantes da cultura da mandioca e o grau de interferência que estas exercem sobre o cultivo, em função do período de convivência com a cultura. Dois experimentos foram realizados em áreas adjacentes, no município de Viçosa-MG, utilizando-se o cultivar Cacauzinha, do grupo das mandiocas mansas. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, com sete tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos do primeiro experimento foram compostos por períodos iniciais de convivência da cultura com as plantas daninhas: 25, 50, 75, 100 e 125 dias após o plantio (DAP; no segundo experimento, as plantas de mandioca, inicialmente, permaneceram livres das plantas daninhas pelos mesmos períodos. Em ambos os experimentos adotou-se o espaçamento de 1,0 x 0,5 m, sendo a área útil da parcela constituída pelas duas linhas centrais, deixando-se 1,0 m em cada extremidade como bordaduras frontais, totalizando 8,0 m². As plantas daninhas foram avaliadas aos 25, 50, 75, 100, 125, 150, 175, 200, 225, 250, 275, 300, 325 e 350 DAP. As características produtividade de raízes, peso da parte aérea, índice de colheita, teor de amido e matéria seca das raízes foram avaliadas aos 12 meses após o plantio. As espécies de plantas daninhas que predominaram na área experimental foram: Bidens pilosa, Raphanus raphanistrum, Cyperus rotundus e Commelina benghalensis, com a primeira delas predominando em quase todas as épocas de coletas. Os períodos de convivência com as plantas daninhas não interferiram nos índices de colheita, teor de amido e matéria seca das raízes. Todavia, considerando a produtividade de raízes, o final do período anterior à interferência foi próximo dos 25 dias, e o período crítico de prevenção da interfer

  7. Controle pós-emergente de plantas daninhas em cenoura Post-emergence weed control in carrot crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeferson Zagonel

    1999-03-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido em Piraí do Sul-PR no ano de 1995 em solo de textura argilo arenosa, tendo como objetivo avaliar a eficiência e a seletividade do herbicida propaquizafop no controle pós-emergente de plantas daninhas na cultura da cenoura. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso com seis tratamentos e quatro repetições, quais sejam: propaquizafop (100, 125 e 150 g i.a./ha; fluazifop-p-butil (188 g i.a./ha; testemunha capinada e testemunha sem capina. A cultivar de cenoura utilizada foi Nantes Tim Tom semeada em 15 de junho, com espaçamento de 0,25 x 0,05 m, em parcelas com área útil de 5,00 x 1,00 m. As plantas daninhas predominantes foram Brachiaria plantaginea (capim-papuã, Digitaria horizontalis (capim-milhã e Eleusine indica (capim pé-de-galinha. As avaliações foram efetuadas aos 15, 30 e 45 dias após a aplicação dos tratamentos. Observou-se que o herbicida propaquizafop, nas doses de 100, 125 e 150 g i.a./ha foi eficiente no controle sobre capim-papuã, capim-milhã e capim pé-de-galinha. O controle de plantas daninhas realizado através de herbicidas proporcionou a mesma produção obtida com o controle manual. A perda na produção ocasionada pela presença de plantas daninhas foi da ordem de 76,4%. Não foram observados efeitos fitotóxicos nas plantas de cenoura que pudessem ser atribuídos aos produtos utilizados.The presented field trial was conducted in 1995 in Piraí do Sul, Paraná State, Brazil, on a sand-clay texture soil, to evaluate the efficiency and selectivity of propaquizafop on carrot crop weed control. The experiment was laid out in a randomized block design with six treatments and four replications, and 5.00 x 1.00 m plots. The treatmens were: propaquizafop (100, 125 and 150 g a.i/ha; fluazifop-p-butil (188 g a.i/ha; control with weeding and control without weeding. The carrot cultivar Nantes Tim Tom was sown on June 15 with plants spaced 0.25 x 0.05 m. The prevalent weeds

  8. CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS EM CANA SOCA COM HERBICIDAS APLICADOS EM PRÉ-EMERGÊNCIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SANDANIEL, Carlos Roberto

    2008-01-01

    Full Text Available In order to evaluate the effectiveness, the selectivity of herbicides, applied in pre-emergenceof sugarcane and productivity of sugar cane plantation, was conducted an experiment in Usina Helena Sugarand Alcohol S / A, located in Santa Helena de Goias - GO. The results gotten with treatments with herbicideshexazinone + clomazone 500 WP (2.5 kg ha-1, hexazinone + clomazone 500 WP (3.0 kg ha-1, sulfentrazone 500SC (1.8 L ha-1, clomazone ametrina EC + (6.0 L ha-1, clomazone (2.5 L ha-1 and sulfentrazone 500 SC (1.0 L ha-1+ clomazone (2.0 L ha-1, applied in pre-emergence of weeds and culture, demonstrated satisfactory selectivity to the sugar cane, causing no reduction in productivity stems or sugar (cana soca.Visando a avaliar a eficácia, a seletividade dos herbicidas, aplicados em pré-emergência de cana-socae a produtividade da cultura da cana-de-açúcar, foi realizado um experimento, na Usina Santa Helena de Açúcare Álcool S/A, localizada no município de Santa Helena de Goiás - GO. Os resultados obtidos com tratamentoscom herbicidas hexazinone + clomazone 500 WP (2,5 kg ha-1, hexazinone + clomazone 500 WP (3,0 kg ha-1,sulfentrazone 500 SC (1,8 L ha-1, clomazone + ametrina CE (6,0 L ha-1, clomazone (2,5 L ha-1 e sulfentrazone500 SC (1,0 L ha-1 + clomazone (2,0 L ha-1, aplicados em pré-emergência das plantas daninhas e da culturademonstraram seletividade satisfatória à cana-de-açúcar (cana-soca, não causando redução de produtividade de colmos ou de açúcar provável (cana-soca.

  9. Manejo químico de plantas daninhas na cultura do milho em função de características morfofisiológicas e redução de espaçamento da cultura Chemical management of weeds in corn in function of the morphophysiological characteristics and reduced spacing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.M. Trezzi

    2008-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da integração de redução de espaçamento entre linhas sobre características morfofisiológicas de híbridos e estratégias de manejo químico de plantas daninhas em milho. O experimento foi realizado a campo, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições, em um fatorial 2 x 2 x 5, em que o primeiro fator representou os híbridos de milho (Sprint, ciclo superprecoce e folhas mais eretas, e Penta, ciclo precoce e folhas mais planas; o segundo, espaçamentos entre linhas de milho (0,45 e 0,90 m; e o terceiro, tratamentos para controle de plantas daninhas: 1. atrazine + simazine (1.500 + 1.500 g i.a. ha-1 em pós-precoce; 2. atrazine + simazine (1.500 + 1.500 g i.a. ha-1, em pós-precoce, complementada por nicosulfuron + atrazine (20 + 750 g i.a. ha-1 , em pós-tardia; 3. atrazine + simazine (750 + 750 g i.a. ha-1 , em pós-precoce; 4. testemunha capinada; e 5. apenas nicosulfuron+atrazine (20 + 750 g i.a. ha-1 , em pós -ardia. O espaçamento de 45 cm favoreceu a infestação de plantas daninhas na linha do milho, enquanto no espaçamento de 90 cm as maiores infestações foram observadas nas entrelinhas da cultura. As aplicações complementares de atrazine+nicosulfuron em pós-tardia foram importantes para controlar plantas daninhas no híbrido Sprint em espaçamento convencional, mas não necessárias para o híbrido Penta, nos espaçamentos utilizados. Observou-se no híbrido Penta que a redução do espaçamento afetou o rendimento de grãos, enquanto para Sprint não foi verificada redução de produtividade.This work was carried out to evaluate the effect of integrating morphophysiological characteristics of hybrids, row spacing reduction and chemical weed management in corn. The experiment was carried out under field conditions, in a randomized complete block design, in a 2 x 2 x 5 factorial scheme, with four replications, with the first factor consisting of corn hybrids

  10. Composição florística das plantas daninhas na cultura de guaraná (Paullinia cupana, no estado do Amazonas Floristic composition of weeds in guarana (Paullinia cupana crop in Amazonas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.M.F. Albertino

    2004-09-01

    Full Text Available O estudo da composição da flora de plantas daninhas de uma área ou de uma região agrícola é importante, por identificar a diversidade de espécies e contribuir para recomendação de estratégias de manejo a serem empregadas nos sistemas agrícolas. Este trabalho teve o objetivo de identificar a composição florística de plantas daninhas em plantios de guaraná em cinco municípios (Coari, Iranduba, Maués, Presidente Figueiredo e Urucará do Estado do Amazonas. As plantas daninhas foram amostradas em áreas de produtores desses municípios e identificadas por classe, família e espécie. Foram coletados 14.707 indivíduos, distribuídos em 40 famílias e 87 espécies, das quais 70 eram Dicotiledôneas, 13 Monocotiledôneas e quatro Pteridófitas. As Dicotiledôneas apresentaram maior número de família e as Monocotiledôneas de indivíduos. As Pteridófitas ocorreram de forma inexpressiva em todos os municípios. As famílias Poaceae e Asteraceae apresentaram maior número de espécies. Panicum pilosum foi a espécie com maior número de indivíduos, freqüência, densidade e índice de valor de importância. Panicum laxum sobressaiu em Urucará e Iranduba; Scleria malaleuca, em Coari; e Chamaesyce hirta, em Maués. Homolepis aturensis, Paspalum conjugatum e Spermacoce capitata ocorreram nos cinco municípios. Em Maués foi encontrada a maior diversidade de espécies, e em Coari, o maior número de indivíduos. O maior índice de similaridade foi entre Iranduba e Presidente Figueiredo (45%, e o menor, entre Iranduba e Coari (21,43%.The study of the floristic composition of weeds of an area or agricultural region is important since it identifies the diversity of species and provides management strategies to be used under various agricultural system conditions. The objective of this work was to identify the floristic composition of weeds occurring in guaraná crops in five counties (Coari, Iranduba, Maués, Presidente Figueiredo and

  11. Épocas e extensões do período de convivência das plantas daninhas interferindo na produtividade da cultura do milho (Zea mays Times and extension of weed coexistence period of weeds interfering in corn (Zea mays yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.A. Kozlowski

    2009-01-01

    Full Text Available Foi conduzido na Fazenda Experimental Gralha Azul/PUCPR, município de Fazenda Rio Grande, PR, um experimento de campo com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes épocas e extensões do período de convivência das plantas daninhas interferindo na produtividade da cultura do milho. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 4 x 5 + 2, com quatro repetições. Os tratamentos foram: quatro períodos iniciais de controle (0-0, 0-7, 0-14 e 0-21 DAE e cinco períodos em que se reiniciou o controle das plantas daninhas, prolongando-se até a colheita: 28, 42, 56, 70 e 84 DAE, e mais duas testemunhas, uma com e outra sem controle das plantas daninhas durante todo o ciclo da cultura. O experimento foi instalado em sistema de plantio direto. Foram avaliados o período anterior à interferência (PAI, a existência do período anterior à interferência subsequente (PAI-S, o início do período crítico de competição (PCC e a comunidade infestante. Quando o período inicial de controle da comunidade infestante foi de 0-0 dia, o PAI foi de 9 DAE do milho, porém, com períodos iniciais crescentes de controle (0-7, 0-14 e 0-21 DAE, houve aumento no PAI em relação a 0-0 dia de controle inicial, evidenciando assim a existência do PAI-S, que foi de 17, 24 e 28 DAE do milho, respectivamente. Dessa forma, o início do PCC começa a partir do final do PAI e PAI-S, caracterizando-se pelo período durante o qual é imprescindível a realização do controle da comunidade infestante para que não ocorra redução significativa na produtividade de grãos do milho. A convivência com as plantas daninhas durante todo o ciclo da cultura reduziu a sua produtividade em 15%, em relação à testemunha livre de competição. No levantamento da comunidade infestante foram encontradas nove espécies, inseridas em sete famílias botânicas. Verificou-se redução na densidade e massa seca das plantas daninhas que conviveram

  12. Augmented reality systems for weed economic thresholds applications Tecnologia de realidade ampliada para utilização com os níveis de dano econômico de plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.R. Vidal

    2010-06-01

    Full Text Available The augmented reality (AR technology has applications in many fields as diverse as aeronautics, tourism, medicine, and education. In this review are summarized the current status of AR and it is proposed a new application of it in weed science. The basic algorithmic elements for AR implementation are already available to develop applications in the area of weed economic thresholds. These include algorithms for image recognition to identify and quantify weeds by species and software for herbicide selection based on weed density. Likewise, all hardware necessary for AR implementation in weed science are available at an affordable price for the user. Thus, the authors propose weed science can take a leading role integrating AR systems into weed economic thresholds software, thus, providing better opportunities for science and computer-based weed control decisions.A tecnologia de realidade aumentada (AR tem aplicações em vários e diversos campos, como aeronáutica, turismo, medicina e educação. Nesta revisão, é resumido o estado atual da AR e propõe-se uma nova aplicação dela na ciência das plantas daninhas. Os elementos básicos para a implementação de algoritmos de AR já estão disponíveis para desenvolvimento de aplicações na área de níveis de dano econômico de plantas daninhas. Estes incluem algoritmos de reconhecimento de imagem, para identificar e quantificar as infestantes por espécie; e software, para a seleção de herbicidas com base na densidade de plantas daninhas. Da mesma forma, todo o hardware necessário para aplicação da AR nessa área da ciência das plantas daninhas está disponível a um preço acessível ao usuário. Assim, sugere-se que a ciência das plantas daninhas possa assumir um papel preponderante na integração dos sistemas de AR aos softwares de níveis de dano econômico de plantas daninhas nas culturas. Com isso, seria possível proporcionar melhor utilização da informática para apoio nas

  13. Análise do risco da ocorrência de biotipos de plantas daninhas resistentes aos herbicidas The risk of finding herbicide resistant weed biotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ribas A. Vidal

    1997-01-01

    Full Text Available A análise do risco da ocorrência de biótipos de planta s daninhas resistentes aos herbicidas dispõe de fundamentos teóricos adequados, porém é limitada pela falta de mais informações genéticas das espécies daninhas. O risco de encontrar uma área infestada com biótipos de plantas daninhas resistentes aos herbicidas depende de dois aspectos: da probabilidade de seleção de um mutante resistente a certo mecanismo de ação herbicida; e da probabilidade de infestação da área com plantas resistentes, a partir daquele mutante selecionado. O objetivo deste trabalho foi estudar a influência de fatores genéticos na probabilidade de seleção de um mutante resistente a determinado mecanismo de ação herbicida e assim prever o risco de serem encontrados biótipos de plantas daninhas resistentes aos herbicidas. Os fatores que determinam a probabilidade de selecionar um mutante resistente aos herbicidas podem ser agrupados em três categorias: os relacionados à genética da resistência; os relacionados ao número de plantas daninhas sob seleção; e os relacionados ao herbicida. Os fatores relacionados à genética da resistência são dependentes da freqüência inicial do alelo de resistência, da dominância e do tipo de polinização da espécie. Os fatores relacionados ao número de indivíduos são a área tratada com o herbicida e o grau de infestação da área. Os fatores relacionados aos herbicidas são o seu mecanismo de ação e a sua freqüência de uso na área. As previsões matemáticas indicam alto risco de ocorrência de resistência em áreas com alta infestação de plantas daninhas e que são aspergidas com herbicidas cujos mecanismos de ação apresentam histórico de alta freqüência inicial do alelo de resistência nas populações de plantas daninhas.The prediction of occurrence of weed resistance to herbicides is limited by the scarcity of informat ion on weed genetics. The risk of finding a resistant weed

  14. Fitossociologia de plantas daninhas do cafezal consorciado com leguminosas Phytosociology of weeds in a coffee plantation intercropped with legume crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G.M. Moreira

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a fitossociologia de plantas daninhas em cafezais sob diferentes períodos de consórcio com leguminosas em dois anos de cultivo. Os tratamentos corresponderam à combinação fatorial entre as leguminosas feijão-de-porco (Canavalia ensiformis e lablabe (Dolichos lab-lab e períodos de consorciação com cafeeiros aos 30, 60, 90 e 120 dias após o plantio, mais uma testemunha sem leguminosa. O experimento foi composto por nove tratamentos em delineamento de blocos casualizados com quatro repetições. As leguminosas foram semeadas em dezembro de 2007 e outubro de 2008 e cortadas conforme os períodos de consorciação, sendo removidas da entrelinha, para ficarem sob a copa dos cafeeiros. As plantas daninhas foram amostradas nas entrelinhas e na projeção das copas dos cafeeiros, em outubro de 2008 e em outubro de 2009, refletindo o efeito dos tratamentos após um e dois anos de consorciação, respectivamente. As avaliações constaram da similaridade da comunidade, do índice do valor de importância e da importância relativa das plantas daninhas mais frequentes. Nos dois anos agrícolas foram identificadas 17 espécies de plantas daninhas, distribuídas em dez famílias botânicas, sendo mais frequentes as espécies Cyperus rotundus, Paspalum conjugatum, Amaranthus retroflexus e Oxalis latifolia. No primeiro ano, o feijão-de-porco (2,65 t ha-1 produziu mais massa que a lablabe (1,89 t ha-1, e no segundo ano a lablabe produziu mais massa (4,21 t ha-1 que o feijão-de-porco (2,73 t ha‑1. Nas entrelinhas, a diferença da flora de plantas daninhas em relação à testemunha foi maior do que na projeção da copa dos cafeeiros, no final dos dois anos. Em 2008, quando a lablabe ficou por 90 ou 120 dias nas entrelinhas, houve crescimento da importância da tiririca, enquanto em 2009 a importância relativa desta foi mais elevada na testemunha. As entrelinhas do cafeeiro apresentaram massa de matéria seca

  15. Interferência das plantas daninhas na cultura do amendoim das águas: efeitos de espaçamentos, variedades e períodos de convivência Weed interference in peanut: effects of row spacing, cultivars and weeding period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dagoberto Martins

    1994-01-01

    Full Text Available O presente experimento, conduzido em Jaboticabal, SP, em Latossolo Vermelho Escuro, textura média, teve por objetivo verificar a interferência de plantas daninhas sobre aspectos da produção do amendoim. O delineamento experimental adotado foi o de blocos casualizados, com três repetições, dispostos em esquema fatorial 2x2x8. Constituíram variáveis duas variedades (Tatu e Tatui, dois espaçamentos entre sulcos de semeadura (0,4 e 0,6 m e oito períodos de controle manual da comunidade infestante (sem controle e com controle até os 10, 20, 30, 40, 50, 60 dias e até o final do ciclo da cultura, a partir da emergência do amendoim. A principal planta daninha presente na área experimental foi Pennisetum setosum e, nos espaçamentos de 0,4 e 0,6 m foram necessários 10 e 30 dias de controle, respectivamente, para reduzir significativamente a sua biomassa seca. O número de vagens por planta foi o principal parâmetro produtivo afetado pela interferência da comunidade infestante. Os espaçamentos utilizados não afetaram singnificativemente o período total de prevenção da interferência das plantas daninhas na produtividade do amendoim. Verificou-se que tal período foi de 10 e 20 dias para a variedade Tatuí e Tatu, respectivamente.This study tested the effect of spacing between rows, cultivars and weeding periods on peanut yield. The trial was carried out in the Jaboticabal rcgion, São Paulo, Brazil, on Latossolo Vermelho Escuro soil, medium texture. The experimental was in a completely randomized block design with three replications. The treatments consisted of two peanut cultivars (Tatu and Tatuí, combined with two row spacing (0.4 and 0.6 m and eight weeding periods (no weeding, weeding until 10, 20,30, 40, 50, and 60 days after emergence and hand weeding throughout the crop cycle. The number of seeds per meter of row was equal within both spacings and cultivars; the rate of fertilizer applied was calculated per unit area

  16. Acúmulo de nutrientes em soja convencional e soja RR em diferentes tipos de controle de planta daninha

    National Research Council Canada - National Science Library

    Zobiole, L.H.S; Oliveira JR., R.S; Constantin, J; Oliveira JR, A; Castro, C; Oliveira, F.A; Kremer, R.J; Moreira, A; Romagnoli, L.M

    2012-01-01

    ... o acúmulo de nutrientes em diferentes estádios fenológicos entre os cultivares BRS 184 (convencional) e BRS 243 RR (transgênico), com mesmo ciclo vegetativo e reprodutivo, sob diferentes sistemas de manejo de plantas daninhas...

  17. Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura da cana-de-açúcar: III - capim-braquiária (Brachiaria decumbens e capim-colonião (Panicum maximum Interference periods of weeds in the sugarcane crop: III - Brachiaria decumbens and Panicum maximum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Kuva

    2003-04-01

    Full Text Available Um experimento foi conduzido em São João da Boa Vista-SP, com o objetivo de determinar o período anterior à interferência (PAI e o período total de prevenção à interferência (PTPI das plantas daninhas na cultura da cana-de-açúcar. A cana foi plantada em abril de 1995, na época de plantio caracterizada por maior deficiência hídrica. A comunidade infestante presente foi variada, sendo Brachiaria decumbens e Panicum maximum as espécies mais importantes. Essa comunidade tendeu a apresentar acúmulo crescente de matéria seca durante todo o período de avaliação e reduziu em até 40% a produtividade de colmos da cana-de-açúcar. A cultura conviveu com a comunidade infestante até 74 dias após o plantio, sem sofrer redução significativa na produtividade (PAI. O período mínimo de controle para garantir a produtividade foi de 127 DAP (PTPI. Dessa forma, o controle das plantas daninhas foi crítico no período compreendido entre 74 e 127 dias após o plantio.A field trial was carried out in São João da Boa Vista, SP, to determine the critical time of weed removal and the critical weed-free period in sugarcane. The crop was planted on April 1995, at the beginning of the dry season. The species composing the weed community varied during the growing season. However, Brachiaria decumbens and Panicum maximum were the most important ones. Dry matter accumulated by the weed community increased during the entire period. Weed interference in sugarcane caused 40% of yield loss. Sugarcane grew along with the weed community up to 74 days after planting, without significant yield loss (critical time of weed removal. A minimal weed-free period of 127 days after planting was required to guarantee the sugarcane productivity (critical weed-free period. The critical period for weed control was between 74 and 127 days after planting.

  18. Teores de macro e micronutrientes e a relação c/n de várias espécies de plantas daninhas

    OpenAIRE

    Souza,Luciano S. de; Edivaldo D. Velini; Maimoni-Rodella,Rita C.S.; Martins, Dagoberto [UNESP

    1999-01-01

    O objetivo do presente trabalho foi determinar os teores de nutrientes (N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Zn, Fe e Mn) e a relação C/N, presentes na matéria seca da parte aérea das seguintes espécies de plantas daninhas: Ageratum conyzoides L., Amaranthus lividus L., Bidens pilosa L., Brachiaria decumbens Stapf., Brachiaria plantaginea (Link) Hitchc., Senna occidentalis (L.) Link., Commelina benghalensis L., Cyperus rotundus L., Digitaria horizontalis Willd., Euphorbia heterophylla L., Indigofera truxi...

  19. Plantas daninhas de uma pastagem cultivada de baixa produtividade no Nordeste Paraense Weeds of pasture low yielded areas of northeastern in the Pará State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimundo E. B. Mascarenhas

    1999-12-01

    Full Text Available Atualmente existem 23 milhões de hectares de pastagens cultivadas em área originalmente sob floresta na Amazônia. Desse total, em torno de cinco milhões de hectares encontram-se com baixa produtividade ou em vias de degradação, infestados de plantas daninhas. Com o objetivo de identificar as plantas daninhas que ocorrem em área de pastagem de baixa produtividade em Terra Alta, PA ( 0º 58” S e 47º 52” W. Gr. , foram efetuados levantamentos botânicos qualitativos, pelo método visual e coleta de todas as espécies presentes na área. Foram registradas 34 famílias, representadas por 118 espécies, destacando-se as famílias Leguminosae, Gramineae, Malvaceae, Myrtaceae, Cyperaceae e Asteraceae com 21, 16, 8, 7, 6 e 6 espécies, respectivamente. As plantas daninhas consideradas mais importantes foram: Borreira verticillata, Rolandra argentea, Desmodium canum, Davilla rugosa, Vismia guianensis e Imperata brasiliensis.Presently there are 23 million hectares of cultivated pasture in forest ecosystem of the Amazon Region. From that area, 5 million hectares are low yield or in some stage of degradation and invaded by weeds. Aiming to identify the weed species that occur in degraded pastures of Terra Alta, state of Pará (0º 58” S e 47º 52” W. Gr. , a botanical survey was carried out, colleting samples of all weed species presents in the area. Thirty-four families were recorded represented by 118 species, being Leguminosae, Gramineae, Malvaceae, Myrtaceae, Cyperaceae and Asteraceae the most important families with 21, 16, 8, 7, 6 and 6 species respectively. The most important weed species were: Borreira verticillata, Rolandra argentea, Desmodium canum, Davilla rugosa, Vismia guianensis e Imperata brasiliensis.

  20. Composição florística de plantas daninhas na dultura do feijão-caupi no sistema de capoeira triturada Floristic composition of weeds in the cowpea (Vigna unguiculata culture under the chopped secondary forest system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.J.P. Marques

    2010-01-01

    Full Text Available O plantio direto na capoeira é um sistema de substituição ao corte e queima que vem sendo implementado na Amazônia nas áreas de agricultura familiar. Como o manejo de plantas daninhas é essencial no processo produtivo, este trabalho visou realizar o levantamento florístico nas áreas de plantio direto na capoeira triturada e cultivada com feijão-caupi. A pesquisa foi conduzida em área de produtor rural no município de Zé Doca, Maranhão. O preparo da área foi realizado com um trator de rodas, juntamente com o implemento Ahwi FM600. A área foi cultivada inicialmente com milho, seguido do feijão-caupi BRS Guariba durante dois anos, sendo a avaliação das plantas daninhas realizada aos 30 e 60 dias após a semeadura, com um retângulo (0,5 x 0,3 m lançado 30 vezes. A cada lançamento era realizada avaliação, com as partes aéreas das plantas daninhas colhidas, para a contagem, identificação e secagem, visando à obtenção dos índices fitossociológicos (frequência, densidade, dominância relativa e índice de valor de importância. Foram identificados 51 táxons distribuídos em 22 famílias, 43 gêneros e 46 espécies. As famílias de plantas daninhas com maior número de espécies foram Cyperaceae (7, Fabaceae (7, Poaceae (6, Malvaceae (5 e Rubiaceae (4. No ano agrícola de 2006/2007, as espécies com maior IVI foram Cyperus diffusus, Fimbristylis dichotoma, Spermacoce verticillata e Cyperus sp. No ano agrícola de 2007/2008, as principais espécies foram Digitaria horizontalis, seguida de C. diffusus e Pavonia cancellata. As plantas de capoeira originárias de rebrotas apresentaram os maiores IVIs no ano agrícola de 2006/2007 e sofreram redução drástica em 2007/2008. Conclui-se que o cultivo progressivo reduz as plantas de capoeira e aumenta o extrato herbáceo.The no-tillage system in secondary vegetation is a replacement to the slash-and- burn method, using annual crops such as cowpea in family farming in the Amazon

  1. Acúmulo e partição de matéria seca e nutrientes de cultivares de milho, feijão e mandioca em competição com plantas daninhas.

    OpenAIRE

    Cury, João Pedro

    2011-01-01

    Avaliaram-se neste trabalho os efeitos da competição entre cultivares de milho, feijão e mandioca e seis espécies de plantas daninhas no acúmulo e na alocação de matéria seca e nutrientes pelas plantas; o potencial de algumas dessas espécies em reciclar nutrientes e a eficiência nutricional do feijoeiro. Para isso foi realizado um experimento para cada cultura com três genótipos de milho, três de feijão e dois de mandioca, cultivados em competição com seis espécies de plantas daninhas, além d...

  2. Monitoramento de plantas daninhas em gramados de grama-batatais (Paspalum notatum Flügge no Município de Paraguaçu Paulista, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CLEBER DANIEL DE GOES MACIEL

    2010-06-01

    Full Text Available Os gramados de Paspalum notatum são os mais disseminados no Brasil, constituindo diferentes locais e propósitos. A infestação por plantas daninhas, acarreta na perda de qualidade estética quando a finalidade do gramado é ornamental. Com objetivo de avaliar o comportamento da comunidade infestante em gramados de Paspalum notatum no Município de Paraguaçu Paulista/SP, um levantamento florístico foi realizado entre os meses de maio e junho de 2005, considerando a ocorrência das plantas daninhas em condições caracterizadas por áreas ensolaradas e sombreadas. Cem amostras de 0,50 x 0,50 m foram coletadas em três localidades, a partir das quais foram calculados os parâmetros freqüência, densidade, abundância, freqüência relativa, densidade relativa, abundância relativa e índice de valor de importância. No levantamento foram identificadas 43 espécies de plantas daninhas, distribuídas em 14 famílias, sendo que a Asteraceae apresentou o maior número de espécies nas condições ensolaradas e sombreadas. As espécies Desmodium incanum (Fabaceaee Alternanthera tenella (Amaranthaceae apresentaram as maiores freqüências, densidades e valor de importância nas condições ensolaradas e sombreadas de gramados de Paspalum notatum do Município de Paraguaçu Paulista/SP.

  3. Comportamento de baixas doses de herbicidas na cultura da soja (Glycine max (L. Merril: I - efeitos sobre o controle das plantas daninhas e parâmetros de produção da cultura Behavior of low-rates of herbicides in the soybean (Glycine max (L . Merril crop: I - effects on weed control and crop yield parameters

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. C. Durigan

    1983-06-01

    Full Text Available Foi estudada a possibilidade de redução nas doses recomendadas de herbicidas, isolados ou em misturas, sem afetar a produção ou outras características desejáveis da planta, para o cultivar Santa Rosa em Solo Latossol Vermelho Escuro -fase arenosa. 0 experimento foi instalado em blocos ao acaso, com vinte tratamentos e três repetições, testando-se a dose total recomendada e reduções de 25% e 50% dela, para trifluralin, alachlor e metribuzin, isolados e em misturas. As doses recomendadas foram 0,86; 1,72 e 0,28 kg/ha de trifluralin, alachlor e metribuzin, respectivamente. As misturas com doses reduzidas, de tri-firalin + metribuzin (0,65 + 0,21 kg/ha e alachlor + metribuzin (1,44 4 0,21 kg/ha, apresentaram controle geral das plantas daninhas acima de 90% até o 60.º dia após a semeadura, sem apresentar fitotoxicidade ou efeitos deletérios sobre a nodulação da soja. O controle das plantas daninhas obtido com a redução de 25% nas doses destas misturas, foi equivalente ao da testemunha capinada e proporcionou valores similares nos teores de proteína, extrato etéreo e cinzas, peso de 100 grãos, número de grãos por vagem, altura da planta e altura da inserção da vagem mais baixa. As maiores produções de soja, obtidas com as misturas na dose total recomendada, foram estatisticamente iguais às obtidas com estes mesmos herbicidas aplicados com dose padrão reduzida em 25%. Desta forma, de acordo com as conveniências econômicas e ecológicas, sugere-se que a recomendação atual destes tratamentos seja feito com as doses reduzidas em 25%, nas condições de desenvolvimento da presente pesquisa.It was studied the feasibility of reducing there commended herbicide rate, single or in mixtures, without affecting the yield or other desirable plant features, for cultivar Santa Rosa in "Dark-Red Latossol -sandy phase". ' The trials was settled at randomized block design with treatments repplicated 3 times, testing the full recommended

  4. Controle de plantas daninhas com cyanazine aplicado em mistura com outros herbicidas, na cultura do algodão (Gossypium hirsutum L. Weed control in cotton (Gossypium hirsutum L. with cyanazine and other herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julio Pedro Laca-Buendia

    1985-12-01

    Full Text Available Com a finalidade de estudar a mistura de tanque mais eficiente com cyanazine em aplicação de pré-emergência na cultura algodoeira (Gossypium hirsutum L. , foram estudados os seguintes tratamentos: cyanazine + diuron nas doses de 0,8 + 0,8 kg i.a/ha e 1,0 + 1,0 kg i.a/ha; cyanazine+ oryzalin , nas do sés de 1,2 + 0,8 kg i.a/ha e 1,6 + 1,2 kg i.a/h a; cyanazyne + metol a chlor, nas doses de 1,4 + 2,0 kg i.a/ha e 1,75 + 2,52 kg i.a/ ha;cianazine na dose de 1,75 kg i.a /ha; oryzalin na dose de 1,12 kg i.a/ha; metol achlor na dose de 2,52 kg i.a /ha e diuron na dose de 1,6 kg i.a /ha. Para efeito de comparação, utilizou-se uma testemunha sem capina e outra com capina manual. Nenhum tratamento apresentou injúria para as plantas de algodão e não houve diferenças significativas para o "stand" inicial. Já no "stand" final, a testemunha sem capina apresentou o menor número de plantas, sendo que não houve diferenças significativas dos outros tratamentos com a testemunha capinada. Para o rendimento, a mistura cyanazine + metolachior em ambas as doses estudadas, não apresentaram diferenças significativas da testemunha capinada. Quanto à altura da planta, peso de 100 sementes, porcentagem e índice de fibras não houve diferenças significativas entre os tratamentos estudados, somente o peso do capulho foi afetado pelo oryzalin. Pela avaliação visual (EWRC 1 a 9*, os herbicidas apres entaram um controle satisfatório somente até os 30 dias após aplicação, sendo que a mistura cyanazine + metolachlor foi efici ente quanto a testemunha capinada. No controle da Portulaca oleracea , a mistura cyanazine + oryzalin na maior dose e oryzalin apresentaram 71,4% de controle ate os 30 dias e 79,4% e 82,4%, respectivamente, até 45 dias da aplicação. Para Amaranthus sp., à exceção da cyanazine e cyanazine + diuron nas doses menores, não apresentaram nenhum controle, sendo que os outros herbicidas controlaram com eficiência superior a 70

  5. Avaliação de herbicidas no controle de plantas daninhas em mandioquinha-salsa Herbicide efficiency in controlling weeds in peruvian carrot

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Nogueira Sediyama

    2008-12-01

    Full Text Available Avaliou-se a eficiência de herbicidas aplicados em pré e pós-emergência no controle de plantas daninhas e na produção de mandioquinha-salsa na Fazenda Experimental da EPAMIG, em Oratórios (MG, de maio a dezembro de 2002. Utilizou-se o delineamento de blocos casualizados com quatro repetições e 15 tratamentos incluindo duas testemunhas, com e sem capina. Em cada tratamento, foi usado um herbicida em pré e outro em pós-emergência das plantas, aplicados aos três e aos 45 dias após o plantio (DAP respectivamente. A eficiência de controle e a toxidez dos herbicidas foram avaliadas aos 60 DAP e a produção de matéria seca de plantas daninhas aos 60 e 130 DAP. Na colheita, avaliou-se produção de raízes, coroa e parte aérea. A emergência de plantas foi máxima aos 45 DAP e, posteriormente, houve redução no estande, quando se utilizaram os herbicidas atrazine + óleo mineral e oxadiazon, em pós-emergência. Esses herbicidas, apesar de eficientes no controle de plantas daninhas, causaram toxidez à cultura. Na produção de raízes, destacaram-se os tratamentos: atrazine +fluazifop-p-butil; diuron + fluazifop-p-butil; diuron + Oxadiazon; linuron + fluazifop-p-butil; metolachlor + metribuzin + linuron e oxadiazon + diuron, com bom controle de plantas daninhas e rendimentos de raízes comerciais semelhantes ao da testemunha mantida no limpo (8,62 t ha-1.The efficiency of herbicides applied in pre- and post-emergence for weed control in Peruvian carrot production was evaluated at the EPAMIG Experimental Farm, Oratórios, Minas Gerais State, from May to December, 2002. The experiment was arranged in a randomized block design, with four replications and 15 treatments, including two controls (with and without weeding. Pre- and post-emergence herbicides were used in each treatment applied at 3 and 45 days after planting (DAP, respectively. Efficiency and toxicity were evaluated at 60 DAP and weed dry matter yield at 60 and 130 DAP. At

  6. Controle de plantas daninhas em feijão num sistema de rotação culturas em plantio direto Weed control in beans in a no-tillage crop rotation system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedito N. Rodrigues

    1995-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi selecionar culturas de inverno para formação de cobertura morta que reduza a população de plantas daninhas na cultura do feijão (Phaseolus vulgaris. Ocupou-se o terreno durante o ano todo, com a sucessão, em plantio direto, de pousio ou cultura de inverno/feijão/cultura para silagem, estudando-se três modalidades de controle de plantas daninhas na cultura do feijão. A maior renda líquida acumulada após duas safras foi obtida com feijão semeado sobre palha de aveia-preta e controle de plantas daninhas com um gramicida pré-emergente, completando-se com capinas, quando necessário.This study was undertaken to select winter crops for mulching to reduce the weed infestation and to lower weed control costs in bean (Phaseolus vulgaris production. The soil was kept convered all the year under no-tillage with a sequence of a winter crop or fallow/beans/silage crop. Three weed control methods for beans were studied. After two complete crop sequences, the highest total net income was obtained with the beans directly drilled on the black oats (Avena strigosa mulching, spraying a pre-emergence grasskiller plus hoeing when needed.

  7. Crescimento da mandioca e plantas daninhas em resposta à adubação fosfatada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Antônio Mendes Pereira

    2012-10-01

    Full Text Available Os fertilizantes podem ser usados para alterar as relações de competitividade, de modo a favorecer as espécies cultivadas, desde que as espécies competidoras apresentem respostas diferenciadas à aplicação de nutrientes. Por essas razões, objetivou-se, com este trabalho, avaliar o crescimento do picão preto (Bidens pilosa L., da braquiária (Brachiaria decumbens Stapf e da mandioca (Manihot esculenta Crantz, cultivados sob diferentes quantidades de fósforo fornecidas no plantio. Para isso, foi conduzido experimento em casa de vegetação, em arranjo fatorial 3x4, sendo o primeiro fator constituído pelas espécies estudadas, combinadas com quatro níveis de adubação fosfatadas (0, 80,800 e 4.000 kg ha-1 de P2O5, no delineamento em blocos casualizados, com cinco repetições. A aplicação do fertilizante fosfatado promoveu maior crescimento das espécies avaliadas, sendo que a mandioca apresentou maior crescimento da parte área com o aumento da disponibilidade de fósforo. De maneira geral, as plantas daninhas apresentaram maiores respostas às menores doses de fósforo.

  8. Período de interferência de plantas daninhas em mandioca (Manihot esculenta no noroeste do Paraná Period of weed interference in cassava (Manihot esculenta in northwestern Parana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.F. Biffe

    2010-01-01

    Full Text Available A mandioca é uma exploração agrícola importante no Estado do Paraná. No entanto, há limitadas informações relacionadas à interferência das plantas daninhas nessa cultura. Objetivou-se com este trabalho estimar o período crítico de prevenção à interferência (PCPI na cultura da mandioca (variedade Fécula Branca, nas condições edafoclimáticas do noroeste do Paraná. O experimento foi dividido em dois grupos de tratamentos: com períodos crescentes na presença de plantas daninhas (PAI; e com períodos crescentes na ausência de plantas daninhas (PTPI. Foram identificadas as espécies de plantas daninhas e densidades de infestação na área e calculada a importância relativa (IR, avaliando-se também o estande da cultura e a produtividade de raízes comerciais. As principais plantas daninhas presentes na área e que apresentaram os maiores valores de IR foram Cenchrus echinatus e Brachiaria decumbens. Aceitando-se uma tolerância de redução de produtividade de 5%, o PAI ajustado foi de 18 dias após o plantio da cultura, e o PTPI, de 100 dias. Concluiu-se que o PCPI da cultura para as condições edafoclimáticas do noroeste do Paraná situa-se entre 18 e 100 dias após o plantio.Although cassava is a major agribusiness crop in Paraná, technical information related to weed interference in this crop is limited. This work aimed to evaluate the critical period of weed interference (PCPI in cassava (var. Fécula Branca, for local climate and soil under northwestern Paraná conditions. The experiment was constituted of two groups: the first with increasing periods of weed interference (PAI and the second with increasing periods without weed interference (PTPI. Main weed species in the area were identified and accounted for densities and relative importance (RI during the cycle; crop stand and commercial root yield were also evaluated. The highest RI values were found for Cenchrus echinatus and Brachiaria decumbens. Considering a

  9. WEED CONTROL IN GENETICALLY MODIFIED GLYPHOSATE-TOLERANT SOYBEAN MANEJO DE PLANTAS DANINHAS EM SOJA GENETICAMENTE MODIFICADA TOLERANTE AO GLYPHOSATE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Cezar Durigan

    2011-04-01

    convencionais, exigem, além do controle químico, a adoção de outras estratégias de manejo de plantas daninhas. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o controle químico de plantas daninhas, em soja geneticamente modificada (transgênica tolerante ao herbicida glyphosate associado a coberturas vegetais, na entressafra. O experimento foi instalado em área experimental da FCAV/Unesp, Jaboticabal (SP. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. Nas parcelas, foram avaliadas as coberturas vegetais de Brachiaria brizantha (braquiarão cv. Marandu, Pennisetum americanum (milheto forrageiro cv. BN2 e vegetação espontânea, e, nas subparcelas, os herbicidas glyphosate, chlorimuron - ethyl + lactofen em mistura e fluazifop-p-butyl em aplicação sequencial, além de duas testemunhas sem aplicação. A cobertura com braquiarão contribuiu para o controle químico, exercendo supressão das plantas daninhas. A aplicação única de 720 g e.a. ha-1 de glyphosate, independentemente da cobertura vegetal utilizada na entressafra, foi suficiente para o controle adequado de Acanthospermum hispidum, Alternanthera tenella, Amaranthus sp., Bidens pilosa, Xanthium strumarium, Cenchrus echinatus, Digitaria sp. e Eleusine indica, com resultados similares ao tratamento (chlorimuron-ethyl + lactofen + fluazifop-p-buthyl. Comparados à testemunha capinada, os herbicidas testados não afetaram a altura das plantas, massa seca da parte aérea, massa de 100 grãos e a produtividade de grãos. As plantas de soja crescidas sobre os resíduos vegetais de braquiarão e milheto forrageiro apresentaram maior altura, porém, nenhuma outra característica avaliada na cultura foi influenciada pelas coberturas.

    PALAVRAS-CHAVE: Brachiaria brizantha; Pennisetum americanum; plantio direto

  10. Potencial de espécies utilizadas como adubo verde no manejo integrado de plantas daninhas Potential of species used as green manure in the integrated weed management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E.A.L. Erasmo

    2004-09-01

    Full Text Available O presente trabalho foi conduzido na Estação Experimental da Universidade Federal do Tocantins, Gurupi-TO, Brasil. O experimento foi instalado com o objetivo de avaliar durante 60 dias, em campo, a interferência de oito espécies utilizadas freqüentemente como adubos verdes (Mucuna aterrima, Mucuna pruriens, Crotalaria ochroleuca, Crotalaria spectabilis, Canavalia ensiformis, Cajanus cajan, Pennisetum americanum e Sorghum bicolor, híbrido BR304 sobre a comunidade infestante. As espécies de plantas daninhas mais freqüentes na área do experimento foram: Digitaria horizontalis, Hyptis lophanta e Amaranthus spinosus. Foram realizadas amostragens aos 15, 30, 45 e 60 dias após a formação da cobertura, utilizando um quadrado de amostragem equivalente a 0,25 m². As plantas daninhas foram devidamente identificadas, coletadas, secas e pesadas. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado e constou de nove tratamentos, com quatro repetições cada. Verificou-se que as espécies C. spectabilis, S. bicolor, C. ochroleuca, M. aterrima e M. pruriens reduziram significativamente o número e o peso da matéria seca da população das plantas daninhas avaliadas (D. horizontalis, H. lophanta e A. Spinosus, principalmente as duas últimas, enquanto P. americanum mostrou-se a menos eficiente nesse aspecto.This work was carried out at the Experimental Station of the University of Tocantins, Gurupi-TO, Brazil, to evaluate the interference of eight species frequently used as green manure (Mucuna aterrima, Mucuna pruriens, Crotalaria ochroleuca, Crotalaria spectabilis, Canavalia ensiformis, Cajanus cajan, Pennisetum americanum and Sorghum bicolor, hybrid BR304 in the weed community, for sixty days under field conditions. The most frequent weed species in the experimental area were Digitaria horizontalis, Hyptis lophanta and Amaranthus spinosus. Samplings were made at 15, 30, 45 and 60 days after formation of green manure covering, using

  11. Interferência entre espécies de planta daninha e duas cultivares de feijoeiro em duas épocas de semeadura Interference between weed species and two bean cultivars in two times of sowing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arthur Arrobas Martins Barroso

    2010-01-01

    Full Text Available O Brasil é o maior produtor mundial de feijão, mas a interferência das plantas daninhas pode causar reduções de produtividade entre 15% e 80%, devido a fatores como cultivar de feijoeiro e espécies de plantas daninhas presentes na área. Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos de seis espécies de plantas daninhas sobre o crescimento e a produtividade de duas cultivares de feijoeiro, em duas safras. Observou-se que as plantas eudicotiledôneas causam maior interferência na cultura, principalmente Amaranthus viridis e Raphanus raphanistrum. Todas causam perdas na produção do feijoeiro, exceto Eleusine indica, a menos competitiva. A cultivar ´Rubi´ é mais produtiva e mais competitiva que a ´Carioca´, e a maior produtividade é atingida na safra da seca. A escolha da cultivar e da data correta para a semeadura podem ser estratégias de manejo no controle de invasoras.Brazil is the world's largest producer of bean, but weed interference can cause yield losses between 15 to 80% due several factors such as bean cultivar and weed species in the area. The objective of this study was to evaluate the effects of six weed species on growth and productivity of two bean cultivars, in two sowing seasons. It was observed that the dicot plants cause more interference in the crop, especially Amaranthus viridis and Raphanus raphanistrum. All cause losses in bean yield except Eleusine indica that was less competitive. The ´Rubi´ bean cultivar is more productive and competitive than ´Carioca´, and the higher production is achieved during the drought sowing season. The choice of cultivar and correct season for sowing may be management strategy as in weeds control.

  12. BANCO DE SEMENTES E ARTROPODOFAUNA ASSOCIADA À SOJA RESISTENTE AO GLIFOSATO EM FUNÇÃO DO MANEJO DE PLANTAS DANINHAS

    OpenAIRE

    Julcemar Didonet

    2012-01-01

    As plantas daninhas interferem no desenvolvimento e produtividade da soja e a infestação está diretamente relacionada com o banco de sementes do solo que reflete as práticas agrícolas adotadas. Também podem ser hospedeiras dos insetos-pragas da cultura e/ou seus inimigos naturais. Então, o conhecimento das plantas daninhas e da artropodofauna associada a comunidade infestante são informações que podem auxiliar a tomada de decisão nas práticas de manejo. Assim, esta tese teve como objetivos: I...

  13. Efeitos de períodos de permanência de clomazone + hexazinona no solo e na palha de cana-de-açúcar antes da ocorrência de chuvas na eficácia de controle de plantas daninhas Effects of different periods of clomazone + hexazinona permanence in soil and sugarcane mulch before the occurrence of rain on weed control efficacy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.A. Carbonari

    2010-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo avaliar a eficácia da mistura formulada de clomazone e hexazinona aplicada sobre o solo e em associação com a palha de cana-de-açúcar, após diferentes períodos de permanência sem a ocorrência de chuvas. O experimento foi conduzido em vasos em casa de vegetação, no município de Botucatu-SP. Os vasos foram preenchidos com solo, e as sementes de plantas daninhas (Brachiaria decumbens, Ipomoea grandifolia, Ipomoea hederifolia e Euphorbia heterophylla foram semeadas superficialmente e, em seguida, cobertas ou não com palha de cana-de-açúcar, dependendo do tratamento utilizado. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições. Os tratamentos foram dispostos em um esquema fatorial 3 x 6, sendo os fatores seis períodos sem ocorrência de chuvas (0, 3, 7, 15, 30 e 60 dias e três posicionamentos do produto (sobre o solo sem palha, sobre e sob a palha de cana. Foram realizadas avaliações de controle aos 10, 21, 35 e 42 dias após a ocorrência da chuva. A mistura de clomazone + hexazinona promoveu excelentes resultados de controle para todas as espécies estudadas quando aplicada sobre, sob ou na ausência de palha de cana-de-açúcar. No entanto, observou-se tendência de redução nos níveis de controle para períodos superiores a 60 dias sem ocorrência de chuva.The objective of this work was to evaluate the efficacy of the formulated mixture clomazone and hexazinone applied in soil or combined with sugarcane mulch, after different periods of permanence without the occurrence of rain. The experiment was carried out in vases under greenhouse conditions in Botucatu, São Paulo, Brazil. The weeds Brachiaria decumbens, Ipomoea grandifolia, Ipomoea hederifolia and Euphorbia heterophylla were sown and covered or not with sugarcane mulch. The experiment was arranged in a complete randomized design with four repetitions. The treatments were displaced in a 3x6

  14. Transmissão de begomovírus de plantas daninhas para tomateiros pela mosca-branca Begomovirus transmission from weeds to tomato by the whitefly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.K.F. Silva

    2010-01-01

    Full Text Available Dentre numerosas enfermidades do tomateiro (Lycopersicon esculentum, destacam-se as viroses causadas por begomovírus, os quais são transmitidos pelo vetor Bemisia tabaci biótipo B. Na Chapada da Ibiapaba-CE, os begomovírus têm sido encontrados em várias áreas onde o tomateiro é cultivado, causando sérios danos à produção. Este trabalho teve por objetivos investigar a transmissão de begomovírus a partir de tomateiros infectados para plantas daninhas e verificar seu retorno das plantas daninhas para o tomateiro. Mudas sadias de tomateiro 'Santa Clara' e das plantas daninhas bredo-de-espinho (Amaranthus spinosus, caruru-de-mancha (Amaranthus viridis, mentrasto (Ageratum conyzoides e picão-preto (Bidens pilosa foram submetidas à inoculação por dois métodos: com o inseto vetor e por enxertia. Após 15 dias, realizou-se a extração do DNA de amostras foliares dos tomateiros e das espécies daninhas inoculadas. A PCR realizada com oligonucleotídeos degenerados e específicos para begomovírus revelou que na transmissão com o vetor as quatro espécies de plantas daninhas foram infectadas com o begomovírus do tomateiro, enquanto que, por enxertia, apenas o picão-preto foi infectado. O retorno do vírus das plantas daninhas para o tomateiro foi também observado nos dois casos. Percentuais de 70, 50, 20 e 12,5% de transmissão para os tomateiros ocorreram quando o vetor adquiriu o vírus em mentrasto, bredo-de-espinho, picão-preto e caruru-de-mancha, respectivamente. Na enxertia, a transmissão viral para os tomateiros ocorreu apenas quando se empregaram seções de bredo-de-espinho e de picão-preto infectados. As espécies daninhas investigadas demonstraram ser hospedeiras alternativas do begomovírus de tomate da região e, em condiçõs de campo e na presença do vetor, podem constituir importantes fontes do begomovírus para a hortaliça.The viruses caused by begomovirus are considered the most important virus diseases

  15. Exsudação de ácidos orgânicos em rizosfera de plantas daninhas Organic acid exudation in the rizosphere of weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.A.M. Silva

    2001-08-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar e quantificar os ácidos orgânicos na rizosfera de plantas daninhas encontradas em lavouras cafeeiras, foram coletadas amostras de rizosfera de Bidens pilosa (picão-preto, Alternanthera ficoidea (apaga-fogo, Taraxacum officinale (dente-de-leão Amaranthus deflexus (caruru, na Fazenda Experimental da EPAMIG (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, em Lavras-MG, as quais foram submetidas à extração e analisadas por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE. Foram identificados, na rizosfera das plantas estudadas, os ácidos oxálico, cítrico, acético, butírico e propiônico, sendo os dois primeiros encontrados em maiores concentrações, em relação aos demais. As maiores concentrações dos ácidos identificados ocorreram em B. pilosa.In order to identify and quantify organic acids in the rizosphere of weeds infesting coffee plantations, the rizosphere samples of the weeds Bidens pilosa, Alternanthera ficoidea, Taraxacum officinale, Amaranthus deflexus were collected at the Experimental Farm of EPAMIG - Lavras-MG, Brazil. The samples were submitted to extraction and analyzed by High Performance Liquid Chromatography (HPLC. Oxalic, citric, acetic, butyric and propionic acids were identified in the rizosphere of the studied plants. The first two were found in larger concentrations and the largest concentrations occurred in B. pilosa.

  16. Espécies vegetais para cobertura do solo: influência sobre plantas daninhas e a produtividade do algodoeiro em sistema plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar a produção, a persistência e os efeitos de coberturas vegetais sobre as plantas daninhas e a produtividade do algodoeiro em sistema plantio direto. Os tratamentos consistiram das espécies de cobertura: milheto (Pennisetum glaucum (L. R. Brown, Brachiaria ruziziensis Germain & Evrard, sorgo forrageiro (Sorghum bicolor L. Moench, capim-pé-de-galinha (Eleusine coracana L. Gaerth, Crotalaria juncea L., Crotalaria spectabilis Roth, aveia-preta (Avena strigosa Schreb., nabo forrageiro (Raphanus sativus L., P. glaucum + C. juncea, P. glaucum + C. spectabilis, B. ruziziensis + C. juncea, B. ruziziensis + C. spectabilis, S. bicolor + C. juncea, S. bicolor + C. spectabilis, E. coracana + C. juncea, E. coracana + C. spectabilis, A. strigosa + R. sativus, P. glaucum + R. sativus e pousio. As espécies foram semeadas no final do verão, após a colheita de soja, e o algodoeiro BRS 269-Buriti, nove meses após. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com quatro repetições. As espécies B. ruziziensis, B. ruziziensis + C. juncea, B. ruziziensis + C. spectabilis e P. glaucum + R. sativus produziram mais de 6,8 t ha-1 de biomassa seca. A palhada produzida pela B. ruziziensis garantiu boa cobertura do solo durante o ciclo do algodoeiro. A biomassa seca de B. ruziziensis, B. ruziziensis + C. juncea e B. ruziziensis + C. spectabilis reduziu a infestação de plantas daninhas até a época de semeadura do algodão e durante os estádios iniciais de seu desenvolvimento. Palhas de R. sativus e A. strigosa, solteiras e consorciadas, interferiram negativamente na produtividade do algodoeiro.

  17. Crescimento, desenvolvimento e produção de sementes da planta daninha capim-branco (Chloris polydactyla Growth, development and seed production of Chloris polydactyla

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.J.P. Carvalho

    2005-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo caracterizar o crescimento, o desenvolvimento e a produção de sementes da planta daninha capim-branco (Chloris polydactyla. Para isso, foram realizadas 16 avaliações periódicas de crescimento, quantificando-se fenologia, área foliar e massa seca (total, parte aérea e raízes das plantas. Foram, também, calculadas as taxas de crescimento absoluto (G e relativo (R. Quantificaram-se o número de racemos florais de 28 plantas, o comprimento de 100 racemos aleatórios e o número de sementes presentes em 100 unidades de 10 mm de racemo, após o florescimento. Observou-se que o capim-branco é uma espécie com desenvolvimento e crescimento iniciais lentos, uma vez que iniciou o florescimento e a posterior produção de sementes apenas aos 112 dias após a semeadura. Trata-se de uma espécie com grande potencial final de crescimento e produção de sementes, uma vez que um único perfilho e toda a planta foram capazes de produzir mais de 3.000 e 30.000 sementes, respectivamente. O crescimento inicial lento dessa planta daninha pode desfavorecer a competição interespecífica no interior dos campos agrícolas, em especial na cultura da cana-de-açúcar, onde é encontrada com maior freqüência, colonizando carreadores e bordas de talhão. No entanto, sua alta produção de sementes sugere ser uma planta daninha que poderá aumentar em importância na cultura.This experiment aimed to characterize growth, development and seed production of the weed Chloris polydactyla. Sixteen periodic growth evaluations were carried out to quantify phenology, leaf area and dry weight (total, shoot and roots of the plants. Absolute (G and relative (R growth rates were also calculated. The number of floral racemes of 28 plants, the length of 100 random racemes and the number of seeds present in 100 units of 10 mm of raceme were quantified after flowering. It was observed that C. polydactyla has slow initial development and

  18. Distribuição espacial do banco de sementes de plantas daninhas em área de monocultura de feijão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Stähelin

    2009-06-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n4p15 O presente trabalho tem por objetivo conhecer as características de distribuição espacial do banco de sementes de plantas daninhas visando o auxilio na tomada de decisão na adoção de técnicas de manejo, em uma área sob monocultivo de feijão. Para tanto foram utilizadas ferramentas de agricultura de precisão bem como técnicas de análise geoestatística. Os dados foram obtidos através da coleta de amostras de solo em 24 pontos georreferenciados dentro de uma malha quadrangular com espaçamento de 20x20 metros. as amostras de solo foram acondicionadas em bandejas plásticas dando-se as condições ideais para a germinação das sementes. Os dados obtidos revelaram pontos com infestações potenciais de cerca de 8000 plantas m-2 constituindo importante problema por competirem por recursos do ambiente com o feijão, desfavorecendo seu desenvolvimento e consequentemente a produção de grãos.

  19. Growth and yield of corn grain and green ear in competition with weeds Crescimento e rendimento de espigas verdes e de grãos de milho em competição com plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.S.L Silva

    2009-12-01

    tratamentos de controle das plantas daninhas foram com duas capinas (realizadas aos 20 e 40 dias após a semeadura e sem capinas. As épocas de amostragem consistiram em coletas da parte aérea e das raízes do milho, realizadas de 15 em 15 dias, até 105 dias após a semeadura (DAS, sendo a primeira amostragem efetuada aos 30 DAS. Utilizou-se o delineamento de blocos completos casualizados, com dez repetições. Nas características avaliadas numa só época, as análises estatísticas foram feitas como um experimento de blocos ao acaso. Quanto às características avaliadas em várias épocas, as análises estatísticas foram feitas em blocos ao acaso com parcelas subdivididas (controle de plantas daninhas nas parcelas. Quatorze espécies de plantas daninhas, que se distribuíram desuniformemente na área experimental, foram as mais importantes. Os crescimentos da parte aérea e do sistema radicular do milho foram 30% menores em parcelas não capinadas do que nas capinadas. A falta de controle das plantas daninhas aumentou a matéria seca da sua parte aérea e reduziu em 23 e 49% os números de espigas verdes comercializáveis, empalhadas e despalhadas, respectivamente. A redução no rendimento de grãos devido à falta de controle das plantas daninhas foi de 38%.

  20. Captação e aproveitamento da radiação solar pelas culturas da soja e do feijão e por plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos José Barbosa dos

    2003-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de desenvolver técnicas para a criação de um programa de manejo integrado de plantas daninhas (MIPD, avaliou-se neste trabalho, em condições de campo, o desempenho das culturas do feijão (Phaseolus vulgaris L. e da soja [Glycine max (L. Merrill] e das plantas daninhas picão-preto (Bidens pilosa L., dois biótipos de leiteiro (Euphorbia heterophylla L. (sensível e resistente a herbicidas inibidores da enzima ALS, e carrapicho-beiço-de-boi [Desmodium tortuosum (SW. DC.], quanto à eficiência na captação e ao aproveitamento da radiação solar, por meio do cálculo dos índices taxa de produção de biomassa seca total (Ct, taxa de produção de biomassa seca foliar (Cf, uso eficiente da radiação (î, taxa de assimilação líquida (E A, área foliar específica (S A, índice de área foliar (L, razão de massa foliar (F W e razão de área foliar (F A. O experimento foi desenvolvido em Argissolo Vermelho-Amarelo em Viçosa, MG. Não se observou diferença para todas as características avaliadas entre os biótipos de E. heterophylla. A soja apresentou a maior taxa de produção de biomassa seca total ao longo do seu ciclo e também o maior índice de área foliar evidenciando sua maior capacidade em captar luz e em sombrear plantas competidoras. O feijão, sobretudo após o florescimento, foi a planta mais eficaz em drenar seus fotoassimilados para a formação de folhas. A soja apresentou maior eficiência em converter a radiação interceptada em biomassa.

  1. Influência pH na reposta de sementes de plantas daninhas a substâncias promotoras de germinação Influence of pH on the action of chemicals on weed seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Carmona

    1997-01-01

    Full Text Available Determinou-se o efeito do pH na ação de algumas subst âncias promotoras de germinação em sementes de Chenopodium album L., Avena fatua L. e Rumex crispus L. A azida de sódio (A, nitrato de potássio + etileno (NE, NE + A, NE + A + tiuréia + peróxido de hidrogênio foram testados em solo (em bandej as e em papel (in vitro com soluções tampão em ambiente controlado. O efeito do NE no estímulo à germinação de sementes não foi afetado pelo pH na faixa de 3 a 9. A azida de sódio foi a substância que mais afetou as sementes, sendo este efeito pH dependente. Este composto foi extremamente deletério em sementes de C. album e A. fatua em solo ácido (pH 4,0, enquanto em solo básico ele estimulou a germinação em sementes de A. fatua, através da superação da dormência A combinação de NE + A em pH 6,2 inibiu a germinação de C. album e A. fatua, mostrando um antagonismo entre estes compostos. A mistura dos cinco compostos reduziu a influência do pH na ação deletéria da azida de sódio. O efeito deletério da azida foi menos afetado pela temperatura do que sua ação como superador de dormência. A solução extraída do solo não afetou a resposta de tratamentos químicos in vitro em diferentes temperaturas comparado a soluções tampão em pH semelhante. Discute-se a influência das características do solo na eficácia de substâncias químicas como superadores de dormência ou tratamentos deletérios às sementes.The effects of pH on the action of some dormancy-relieving chemicals were investi gated on seeds of Chenopodium album, Avena fatua and Rumex crispus. Sodium azide (A, potassium nitrate + ethephon (NE, NE + A, NE + A + thiourea + hydrogen peroxide were tested in soil trays or in paper (in vitro with buffer solutions in controlled environment. The response to NE was not affected by pH from 3 to 9. Sodium azide had the gre ate st effect on seed decline, but its effect was pH-dependent. This compound was extremely

  2. Crescimento e desenvolvimento da planta daninha capim-camalote Growth and development of the weed itchgrass (Rottboelia exaltata L.f.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saul Jorge Pinto de Carvalho

    2005-01-01

    Full Text Available O capim-camalote (Rottboelia exaltata L.f. é uma planta daninha com rápida disseminação nas áreas canavieiras do Brasil, causando significativas perdas de produtividade na cultura. Assim, esta pesquisa teve por objetivo avaliar o crescimento, o desenvolvimento vegetativo e a capacidade reprodutiva do capim-camalote, como mecanismo de melhoria do manejo a ser adotado. O experimento foi desenvolvido em casa de vegetação da ESALQ/USP, entre julho e outubro de 2004, quando foram realizadas 14 avaliações periódicas de crescimento, determinando-se: massa fresca e seca (total, parte aérea e raízes, área foliar e fenologia das plantas. Realizou-se a contagem do número de rácemos florais de 16 plantas e do número de sementes de 100 rácemos após florescimento. Pôde-se observar um rápido crescimento inicial das plantas, de tal forma que o início do florescimento ocorreu aos 49 dias após a semeadura. No fim do ciclo, verificaram-se nas plantas valores próximos a 120 g, 25 g e 1.600 cm² de massa fresca total, massa seca total e área foliar, respectivamente. Na ocasião das contagens, as plantas haviam emitido, em média, o total de 163 rácemos com 12 sementes cada uma, o que corresponde a mais de 2.000 sementes por planta. Pelos resultados alcançados verifica-se elevada capacidade de crescimento e habilidade reprodutiva do capim-camalote, explicando as razões que fazem dessa planta daninha um novo problema em potencial para a agricultura brasileira.Itchgrass (Rottboelia exaltata L.f. is a weed that has presented fast dissemination in sugar-cane fields in Brazil, causing significant yield losses to the crop. Therefore, this research had the objective of evaluating the growth, vegetative development and reproductive capacity of the species, as a mechanism of improving the management to be adopted. The experiment was conducted in the greenhouse of ESALQ/USP, Piracicaba, State of São Paulo, Brazil, during the months of July to

  3. Variação da competição interespecífica em milho em função do controle de plantas daninhas em faixas Variation of interspecific weed competition in corn as a function of banded weed control

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Merotto Jr.

    2001-08-01

    Full Text Available O controle de plantas daninhas em faixas é mais uma estratégia que pode ser utilizada no manejo integrado de plantas daninhas (MIPD para aumentar a racionalização do uso do ambiente no cultivo de plantas. Os objetivos deste trabalho foram determinar o efeito do controle de plantas daninhas em faixas na linha ou na entrelinha e avaliar suas conseqüências sobre a competição interespecífica na cultura do milho. Os tratamentos constaram do estabelecimento de um gradiente de infestação de Brachiaria plantaginea, obtido com a variação da intensidade do controle em pré-emergência, e do controle de plantas daninhas em pós-emergência realizado em faixas na linha, na entrelinha ou em área total. O controle de plantas daninhas em pós-emergência em faixas não foi suficiente para reduzir os efeitos da competição interespecífica sobre o rendimento de grãos de milho, mesmo em baixas densidades de plantas daninhas. Os prejuízos causados pela presença de plantas daninhas na linha da cultura são duas a três vezes maiores em comparação com a presença destas plantas na entrelinha ou em área total da cultura. O controle de plantas daninhas na linha da cultura necessita de complementação com práticas culturais ou outros métodos de controle destas plantas na entrelinha.Banded weed control is one of the methods used for integrated weed management (IWM to increase the rationalization of environmental use in crop activities management. The aim of this work was to determine the effect of in-and between-row weed control and the effects of weed competition on corn. The treatments consisted in the establishment of a range of Brachiaria plantaginea densities by varying the intensity of weed control in pre-emergence, complemented with post-emergence weed control in-row, between row and broadcast. Banded weed control was not efficient in decreasing weed competition and reducing corn grain yield, even at low weed infestation. In-row weed

  4. Integration of sunflower (Helianthus annuus residues with a pre-plant herbicide enhances weed suppression in broad bean (Vicia faba Integração de resíduos de girassol (Helianthus annuus com herbicida pré-emergente na supressão de plantas daninhas na cultura da fava (Vicia faba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I.S Alsaadawi

    2011-12-01

    herbicidas nas parcelas com resíduo de girassol, foi melhor do que o herbicida usado sozinho. A integração da dose recomendada de Treflan com resíduo de girassol em 1,400 g m-2, para a produção de biomassa aérea da fava, foi 74 e 36% maior que o controle e a dose recomendada do herbicida aplicado isoladamente, respectivamente. Combinação de herbicida e resíduos de girassol são superiores no aumento do número de vagens e produtividade de fava, quando comparado ao herbicida isolado. Aplicação de 50% da dose Treflan em parcelas com resíduo de girassol resultou em maior rendimento de grãos, semelhantemente a dose% de herbicida. Análise cromatográfica do solo com o residuo de girassol indicou a presença de diversos compostos fitotóxicos de natureza fenólica. A supressão máxima da densidade e massa seca das plantas daninhas foram sincronizados com os valores de pico de fitotoxinas observados 4 semanas após a incorporação dos resíduos de girassol. A integração de resíduos de girassol com menores taxas de herbicida Treflan, pode suprimir plantas daninhas de forma mais eficaz, sem comprometer o rendimento da cultura da fava, como uma abordagem viável e ambientalmente racional.

  5. Phytosociological surveys: tools for weed science? Levantamentos fitossociológicos: ferramentas para a ciência das plantas daninhas?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Concenço

    2013-06-01

    Full Text Available In simple terms, a phytosociological survey is a group of ecological evaluation methods whose aim is to provide a comprehensive overview of both the composition and distribution of plant species in a given plant community. To understand the applicability of phytosociological surveys for weed science, as well as their validity, their ecological basis should be understood and the most suitable ones need to be chosen, because cultivated fields present a relatively distinct group of selecting factors when compared to natural plant communities. For weed science, the following sequence of steps is proposed as the most suitable: (1 overall infestation; (2 phytosociological tables/graphs; (3 intra-characterization by diversity; (4 inter-characterization and grouping by cluster analysis. A summary of methods is established in order to assist Weed Science researchers through their steps into the realm of phytosociology.Levantamento fitossociológico, em termos simples, é um grupo de métodos de avaliação ecológica com o objetivo de fornecer uma visão compreensiva tanto da composição como da distribuição de espécies vegetais em uma certa comunidade. Para compreender a aplicabilidade desses levantamentos para a ciência das plantas daninhas, bem como sua validade, devem-se escolher os métodos mais adequados e com base ecológica, uma vez que áreas cultivadas apresentam um grupo relativamente distinto de fatores de seleção, em comparação com os ambientes naturais. Para estudos fitossociológicos de plantas daninhas, a seguinte sequência de passos é proposta como a mais adequada: (1 infestação geral; (2 tabelas ou gráficos fitossociológicos; (3 intracaracterização por diversidade; e (4 intercaracterização e agrupamento por similaridade. Um apanhado dos métodos é apresentado, visando apoiar pesquisadores e estudantes da área de Plantas Daninhas em seus passos no reino da fitossociologia.

  6. Eficácia de herbicidas no controle de plantas daninhas e seletividade em leguminosas de cobertura e cupuaçuzeiro Efficacy of herbicides in weed control and selectivity in cover leguminous and cupuassu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.F. Silva

    2003-04-01

    Full Text Available O cupuaçuzeiro Theobroma grandiflorum é uma fruteira típica da Amazônia. O seu fruto, o cupuaçu, é um dos mais populares da região e apresenta crescente aumento de demanda devido às suas características organolépticas e diversidade de uso na agroindústria. O seu cultivo, no entanto, ainda é rústico e a produção é muito afetada pela interferência das plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia dos herbicidas alachlor e haloxyfop no controle das plantas daninhas e a seletividade para as leguminosas Mucuna cochinchinensis e Pueraria phaseoloides e para plantas jovens de cupuaçu. O experimento foi instalado no campo, para avaliar o efeito dos herbicidas sobre a produção de matéria seca da parte aérea e o índice de área foliar (IAF das plantas daninhas e das leguminosas e a toxicidade às plantas de cupuaçu. O alachlor, na dose de 4,0 kg ha-1, reduziu 75,60% da produção de matéria seca e 64,02% do IAF das plantas daninhas, enquanto o haloxyfop, na dose de 0,24 kg ha-1, inibiu 62,51% do acúmulo de matéria seca e 64,23% do IAF. As leguminosas M. cochinchinensis e P. phaseoloides foram tolerantes aos herbicidas. O haloxyfop, na dose de 0,12 kg ha-1, estimulou a produção de matéria seca da parte aérea e o IAF em 180,15% e 146,68%, respectivamente. Os herbicidas não causaram injúrias às plantas de cupuaçu e às leguminosas e apresentaram controle das plantas daninhas acima de 60%.The Cupuassu tree Theobroma grandflorum is a typical Amazonian plant. Its fruit, the cupuassu, is one of the most popular fruits in the region with an increasing demand due to its organoleptic characteristics and multi use by the agro industry. Its cultivation, however, is still very rudimentar and its production is highly affected by weeds. The objective of this study is to evaluate the effects of the herbicides alachlor and haloxyfop on weed control and selectivity for the leguminous plants Mucuna cochinchinensis and

  7. Capacidade competitiva do jatobá com adubos verdes, forrageiras e plantas daninhas Competitive capacity of Hymenaea courbaril with green manure, forage species and weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.M.M Gandini

    2011-01-01

    Full Text Available O estudo do consórcio entre espécies anuais e perenes representa uma ferramenta importante no processo de implantação e manejo florestal. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade competitiva do jatobá (Hymenaea courbaril com espécies de adubos verdes, forrageiras e plantas daninhas quanto à alocação de matéria seca, área foliar e concentração de nutrientes. Foram conduzidos dois experimentos, sendo os tratamentos compostos pela combinação de mudas de jatobá, desenvolvendo-se isoladamente ou em competição com cada uma das seguintes espécies: Brachiaria humidicola, Brachiaria brizantha, Brachiaria decumbens, Panicum maximum, Cajanus cajan, Canavalia ensiformis e Mucuna aterrima (experimento 1 e Bidens pilosa, Cenchrus echinatus, Euphorbia heterophylla, Lolium multiflorum e Solanum americanum (experimento 2, mais o cultivo de cada planta daninha e consorte isolada. Após convivência por 60 dias, as plantas foram coletadas para avaliação de matéria seca, área foliar e teor de nutrientes. Observou-se que a competição entre as plantas não promoveu alterações na produção de matéria seca ou área foliar do jatobá. Tendo em vista o exposto, verifica-se que a capacidade competitiva do jatobá não é afetada pela presença das espécies de adubos verdes e forrageiras, possibilitando convivência em fase inicial de desenvolvimento. Quanto à convivência das plantas daninhas com o jatobá, observou-se efeito positivo no acúmulo de nutrientes por estas.The study of intercropping between annual and perennial plants is an important tool in the process of forest implantation and management. The objective of this study was to assess the competitive capacity of jatoba (Hymeneae courbaril against green manure, forage and weed species, regarding the allocation of dry matter, leaf area and nutritional content. Two experiments were installed and the treatments consisted of combinations of jatoba seedlings per plot, alone

  8. Período crítico de competição de plantas daninhas com a cultura do trigo Critical period for weed competition with wheat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. Agostinetto

    2008-06-01

    Full Text Available Na cultura do trigo, diversos fatores limitam a sua produtividade, dentre os quais se destaca a competição imposta por plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi determinar o período crítico de interferência das plantas daninhas na cultura do trigo e os efeitos da competição em variáveis morfológicas e nos componentes da produtividade. O experimento foi conduzido a campo, no ano de 2006, no Centro Agropecuário da Palma, Capão do Leão/RS. Os fatores testados foram períodos de convivência e controle das plantas daninhas na cultura do trigo, cultivar FUNDACEP 52. Os períodos de convivência e/ou controle foram de: 0, 7, 14, 21, 28, 35, 42 e 126 dias após a emergência (DAE. Os resultados obtidos referentes às variáveis determinadas no final de cada período de controle ou convivência e por ocasião da colheita demonstraram que os componentes da produtividade do trigo não foram influenciados pela competição com plantas daninhas e que medidas efetivas de controle devem ser adotadas no período entre 12 e 24 dias após a emergência.Several factors limit wheat crop yield, with competition imposed by weed plants being the most outstanding. The objective of this study was to determine the critical period of weed interference in wheat crop and the effects of competition on morphological variables and yield components. This field experiment was carried out at Centro Agropecuário da Palma, Capão do Leão, RS, Brazil. Factors tested were periods of coexistence and weed plant control in FUNDACEP 52 wheat cultivar. Periods of coexistence and/or control were: 0, 7, 14, 21, 28, 35, 42 and 126 days after emergence (DAE. Results obtained for variables at the end of each control period or coexistence, and at harvesting, showed that wheat yield components were not affected by competition with weed plants and that effective control measures should be taken between 12 and 24 days after emergence.

  9. Períodos de interferência das plantas daninhas em algodoeiro de fibra colorida 'BRS Safira' Weeds interference periods in naturally colored cotton 'BRS Safira'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gleibson Dionízio Cardoso

    2010-09-01

    Full Text Available Objetivou-se com esse trabalho, identificar os períodos de interferência das plantas daninhas no algodoeiro de fibra colorida (BRS Safira, bem como avaliar a comunidade infestante nesta cultura. O experimento foi realizado no município de Missão Velha, CE, região do Cariri, na safra 2007/2008. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições, em esquema fatorial 2 x 5, sendo os fatores: modalidades de competição (com e sem competição de plantas daninhas e período de interferência das plantas daninhas. A comunidade infestante foi avaliada por meio de dois índices fitossociológicos (Dominância relativa e Importância relativa. Os períodos iniciais de controle ou de convivência após a emergência da cultura foram 0-20; 0-40; 0-60; 0-80 dias após a emergência (DAE e 0-colheita. Os períodos de interferência foram determinados considerando-se perdas na produtividade de 2; 5 e 10%; realizando-se análise de regressão pelo modelo sigmoidal de Boltzman, utilizando-se os dados de produtividade para cada modalidade de competição. Dentre as 21 espécies observadas na comunidade infestante, destacaram-se: Richardia grandiflora, Amaranthus deflexus, Eleusine indica, Merremia aegyptia, Eragrotis pilosa, Cenchrus echinatus e Waltheria indica. Os períodos críticos anteriores à interferência foram, respectivamente, 8; 14 e 20 DAE, para perdas na produtividade de 2; 5 e 10%; e os períodos críticos de prevenção a interferências, foram, respectivamente, 100; 82 e 60 dias.This study aimed to determine the late-season presence of weeds in reddish brown cotton (cultivar BRS Safira and the critical times for removing weeds. The experiment was carried out in the area of Embrapa in Missão Velha-CE, Brazil, located at 7º42'07" S latitude and 39º24'18" WGr. longitude, during the 2007/2008 season. The treatments consisted of two control groups: weed-free crop during the initial period after crop emergency

  10. Estimativa da área foliar de plantas daninhas: Solanum americanum Mill Leaf area determination of weeds: Solanum americanum Mill

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo R. Tofoli

    1998-12-01

    Full Text Available A maria pretinha (Solanum americanum Mill é uma planta daninha infestante de diversas culturas e além da competição pode causar outros problemas. Nos estudos envolvendo a biologia e o controle de plantas daninhas, a área foliar é uma das mais importantes características a serem avaliadas, mas tem sido pouco estudada porque sua determinação exige equipamentos sofisticados ou utiliza técnicas destrutivas. Visando obter equações que permitissem a estimativa da área foliar desta planta daninha utilizando características lineares do limbo foliar, facilmente mensuráveis em plantas no campo, foram estudadas correlações entre a área foliar real e as seguintes características das folhas: comprimento ao longo da nervura principal (C, largura máxima do limbo (L e o produto (C x L. Para tanto, foram mensuradas 200 folhas coletadas de plantas sujeitas às mais diversas condições ecológicas em que a espécie sobrevive, considerando-se todas as folhas das plantas desde que não apresentassem deformações oriundas de fatores, tais como, pragas, moléstias e granizo. Todas as equações, lineares simples, geométricas e exponenciais, permitiram boa estimativa da área foliar (Af da maria pretinha. Do ponto de vista prático, sugere-se optar pela equação linear simples envolvendo o produto (C x L, a qual apresentou o menor QM Resíduo. Assim, a estimativa da área foliar de S. americanum pode ser efetuada pela equação AF = 0,5632 x (C x L, com coeficiente de determinação (R2 de valor igual a 0,9516.Solanum americanum is a very aggressive weed that, besides competition, can cause many other problems. Despite being one of the most important parameters to be analyzed, only few studies have been carried out concerning the leaf area mainly because its determination demands sophisticated equipment or destructive techniques. Aiming to develop equations that allow to estimate the leaf area of this weed using linear measure of the leaf

  11. Potencial alelopático de plantas de acapu (Vouacapoua americana: efeitos sobre plantas daninhas de pastagens Allelopathic potential of "acapu" (Vouacapoua americana plants: effects on pasture weed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.P.S. Souza Filho

    2000-01-01

    Full Text Available Extratos aquosos de folhas e cascas de plantas de acapu (Vouacapoua americana foram preparados nas concentrações de 0, 1, 2, 3 e 5% (v/v, visando identificar e caracterizar a atividade potencialmente alelopática dessa espécie. Analisaram-se os efeitos dos extratos sobre a germinação de sementes e o alongamento da raiz primária das plantas daninhas malícia (Mimosa pudica e malva (Urena lobata. Os bioensaios de germinação foram desenvolvidos em condições de 25 ºC e fotoperíodo de 12 horas. Para os bioensaios de alongamento da raiz primária, as condições estabelecidas foram de 25 ºC e fotoperíodo de 24 horas. Os resultados obtidos indicaram variações de respostas em função da fonte do extrato aquoso, do parâmetro analisado e da concentração do extrato. As reduções observadas tanto na germinação como no alongamento da raiz primária foram crescentes com o aumento da concentração do extrato, sendo os efeitos mais intensos observados na concentração de 5%. Independentemente da espécie receptora e do parâmetro analisado, o extrato preparado a partir das cascas do acapu evidenciou maior atividade alelopática inibitória. O alongamento da raiz primária foi o parâmetro mais sensível aos efeitos potencialmente alelopáticos do que a germinação das sementes. Comparativamente, cascas e folhas apresentaram diferenças em relação às classes de substâncias químicas. Nas cascas foram encontradas cumarinas que não estavam presentes nas folhas, as quais, por sua vez, apresentaram esteróides e triterpenóides, que não foram identificados nas cascas do acapu.Aqueous extracts from leaves and bark of "Acapu" plants were prepared in concentration levels of 0, 1, 2, 3 and 5% to identify and characterize potential allelopathic activity of such plants. The extract effects on seed germination and primary root elongation of pasture weeds, such as Mimosa pudica and Urena lobata, were analyzed. The germination bioassays were

  12. Controle de plantas daninhas em milho em função de quantidades de palha de nabo forrageiro Weed control in corn as a function of amount of turnip crop residue

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Rizzardi

    2006-06-01

    Full Text Available Objetivou-se com este experimento avaliar a influência da quantidade de palha de nabo forrageiro (Raphanus sativus var. oleiferus no controle de plantas daninhas em milho. O delineamento experimental foi o de parcelas subdivididas, em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos constaram das quantidades de 0, 6 e 9 t ha-1 de palha de nabo forrageiro, além do pousio, dispostas na parcela principal e, ainda, de seis momentos de controle de plantas daninhas (milho com 1, 2, 4, 5, 6 e 7 folhas, mais duas testemunhas (sem a presença de plantas daninhas e sem o controle destas, dispostos nas subparcelas. Houve interação de quantidades de palha e momentos de controle em relação ao grau de controle de plantas daninhas; o melhor momento ocorreu entre os estádios de duas a quatro folhas do milho. Na ausência de controle químico, o rendimento de grãos de milho foi superior no tratamento com 9 t ha-1 de palha de nabo forrageiro. O controle químico não proporcionou aumento significativo no rendimento de grãos do milho quando a quantidade de palha de nabo forrageiro foi de 9 t ha-1.The objective of this study was to evaluate the effect of the amount of turnip (Raphanus sativus var. oleiferus crop residue on weed control in corn. The experimental design was a split-plot, in randomized blocks, with four replications. The treatments tested were 0, 6, and 9 t ha-1 of turnip crop residues, fallow period (the amount of residues was equivalent to the amount of natural vegetation residues, arranged as main plots, and six weed control periods (corn plants with 1, 2, 4, 5, 6, and 7 developed leaves, besides two controls (one without weeds and another without weed control, arranged as subplots. Interactions occurred between residue amounts and control periods in relation to the degree of weed control. The best control period was achieved when the corn plants presented from 2 to 4 developed leaves. Corn grain yield was higher in the control

  13. Green ear yield and grain yield of maize cultivars in competition with weeds Rendimentos de espigas verdes e de grãos de cultivares de milho em competição com plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.S.L. Silva

    2010-01-01

    , foram submetidas aos seguintes tratamentos: sem capina e duas capinas (aos 22 e 41 dias após a semeadura. Vinte e uma espécies foram identificadas na área experimental, sendo Gramíneas (Poáceas, Leguminosas (Fabáceas, Euforbiáceas e Convolvuláceas as famílias mais freqüentes. Não houve diferenças na biomassa seca da parte aérea de plantas daninhas nas parcelas das cultivares avaliadas. O comportamento das cultivares foi coincidente nos tratamentos com e sem capina, exceto quando foram avaliadas as alturas da planta e de inserção da espiga. A cultivar DKB teve a altura da planta aumentada e a cultivar AG 7575 teve as Alturas da planta e de inserção da espiga reduzidas, sem a realização das capinas. Nas demais cultivares, essas características não foram alteradas com o controle de plantas daninhas. A presença das plantas daninhas reduziu todas as características utilizadas para avaliação do rendimento de milho verde, à exceção do número total de espigas verdes, e também o rendimento de grãos. As cultivares avaliadas não diferiram quanto ao rendimento de espigas verdes nem quanto ao rendimento de grãos, exceto no peso de espigas despalhadas comercializáveis, em que as cultivares DKB 390 e DKB 350 foram as mais produtivas.

  14. Ocorrência de Frankliniella schultzei (trybom (thysanoptera: thripidae em plantas daninhas Ocurrence of Frankliniella schultzei (Trybom (Thysanoptera:Thripidae at weed species

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria G. A. Lima

    2000-08-01

    Full Text Available Realizaram-se levantamentos de plantas daninhas, no Campus da UNESP em Jaboticabal/SP, com o objetivo de identificar espécies de plantas daninhas hospedeiras do tripes Frankliniella schultzei (Trybom. As plantas foram coletadas semanalmente utilizando-se o método de ensacamento. A separação dos tripes foi feita mediante emprego do funil de Berlese. Entre as 43 espécies de plantas daninhas encontradas nas áreas amostradas, 19 são hospedeiras do tripes. Rabanete (Raphanus sativus L., nabiça (R. raphanistrum L. e mostarda (Sinapsis arvensis L. foram as que apresentaram as maiores porcentagens de F. schultzei, 45, 27 e 17% do total de fêmeas coletadas respectivamente.A monitoring of weeds was carried out on the UNESP Campus in Jaboticabal, SP, with the objective of indentifying host weed species of Frankliniella schultzei (Trybom. The plants were collected weekly and transported to the laboratory inside paper bags. The Berlese funnel method was used to separate the insects from the plants. Thrips were found in 19 of the 43 weed species studied: Raphanus sativus L., R. raphanistrum L., and Sinapsis arvensis L. presented the highest percentage of thrips, consisting of 45, 27, and 17% respectively of the total females that were collected.

  15. Predação de sementes de plantas daninhas em áreas cultivadas Weed seeds predation in cultivaded fields

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvadi Antonio Balbinot Jr.

    2002-08-01

    Full Text Available Na investigação das relações ecológicas entre as espécies, observou-se que certos animais, principalmente insetos, alimentavam-se de sementes de plantas daninhas antes e depois da sua deiscência, reduzindo a entrada de sementes no banco de sementes do solo e, portanto, a quantidade total de propágulos disponíveis à germinação. Em situações favoráveis à atividade dos predadores, o consumo de sementes pode ser significativo, chegando a 90% do total de sementes produzidas. Esse processo depende, basicamente, das condições de ambiente e das práticas de manejo adotadas, como: método de preparo do solo, espécie cultivada, densidade e espaçamento da cultura e também do tamanho da lavoura. Deste modo, a predação de sementes pode ser uma ferramenta natural importante para o manejo integrado de plantas daninhas. Todavia são necessários estudos com maior consistência dos fatores envolvidos na regulação do processo de consumo de sementes para elucidação e orientação de práticas culturais que maximizem a intensidade de ocorrência desta forma biológica de manejo de infestantes.In investigating ecological relations among species, it has been observed that various animals, mainly insects, feed on weed seeds before and after their dehiscence, reducing seed replenishment in the soil and total amount of propagules available for future germination. Under favorable conditions for predation activity, consumption of seeds can be quite high, reaching as much as 90% of total seeds produced. This process depends, basically, on environmental conditions and on management practices adopted, as soil preparation method, crop species, crop density and spacing, and on the size of cultivated area. Therefore, seed predation is an important natural tool to be used in integrated weed management. Nevertheless, seed predation requires additional studies in order to elucidate more consintently the factors involved in the regulation of seed

  16. Determinação dos períodos de convivência da cana-soca com plantas daninhas Weed interference periods in ratoon sugarcane

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G.L.S. Meirelles

    2009-03-01

    Full Text Available Esta pesquisa foi realizada com o objetivo de determinar o período anterior à interferência (PAI e o período total de prevenção à interferência (PTPI das plantas daninhas em cana-de-açúcar (cana-soca, segundo corte do cultivar SP803280. O experimento foi instalado sobre um Latossolo Vermelho. Os tratamentos experimentais constituíram de períodos crescentes de controle ou de convivência das plantas daninhas com a cultura: 0, 015, 0-34, 0-59. 0-90, 0-124, 0-157 e 0-269 dias (colheita da cana, totalizando 16 tratamentos, dispostos no delineamento de blocos ao acaso com quatro repetições. As plantas daninhas mais frequentes encontradas na área experimental foram: capim-colonião (Panicum maximum, carrapicho-de-carneiro (Acanthospermum hispidum e apaga-fogo (Alternanthera tenella. Os resultados obtidos, admitindo-se 2 e 5% de redução, na produção de colmos da cana-de-açúcar revelaram que o período anterior à interferência (PAI tolerado pela cultura foi de 9 e 18 dias após a brotação (DAB, e o período total de prevenção à interferência (PTPI, de 200 e 137 DAB, respectivamente, resultando num período crítico de prevenção à interferência de 9 aos 200 DAB para 2% e 18 aos 137 DAB para 5% de redução.The present work aimed to determine the period prior to interference and the total prevention period to interference of weeds in sugarcane (ratoon cultivar SP 80-3280. The experiment was carried out on a Dark Red Oxisol. The treatments consisted of increasing periods of presence or absence of weeds: 0, 0-15, 0-34, 0-59. 0-90, 0-124,0-157, 0-269 days (sugarcane harvest. The most common weeds found in the experimental area were Panicum maximum,Acanthospermum hispidum and Altemanthera tenella. The results obtained, admitting 2% and 5% reduction in sugarcane productivity, showed that the period prior to interference tolerated by the culture was 9 and 18 days after ratoon sprout (DAS and the total prevention period to

  17. Supressão de plantas daninhas e produção de milho-verde orgânico em sistema de plantio direto Weed suppression and organic green corn production in no tillage system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.R. Queiroz

    2010-06-01

    Full Text Available O sombreamento do solo com cobertura morta proporciona redução na germinação das sementes e diminuição da população de plantas daninhas, possibilitando às plantas da cultura de interesse se desenvolverem sob efeito de menor competição inicial. Dessa forma, objetivou-se neste trabalho investigar o efeito do cultivo de leguminosas na evolução da comunidade de plantas daninhas na cultura do milho-verde cultivado em sucessão, num sistema orgânico. O ensaio foi realizado em delineamento em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e quatro repetições. Inicialmente, houve o plantio das leguminosas: feijão-de-porco (Canavalia ensiformes, guandu (Cajanus cajan, mucuna-preta (Mucuna aterrinum, mucuna-anã (Mucuna deeringiana e crotalária (Crotalaria juncea; foi mantida uma testemunha sem cultivo em pousio. Anteriormente ao cultivo do milho, foi avaliada a produção de matéria seca de cada espécie de leguminosa. Em seguida, após a roçada das leguminosas foi semeado sobre a palhada o milho, cultivar HTMV 02. A amostragem das plantas daninhas foi realizada aos 15 e 30 dias após a emergência do milho, lançando-se de forma aleatória sobre cada parcela um quadro de 50 x 50 cm. As plantas daninhas dentro do quadro foram identificadas, pesadas e contadas por espécie, sendo posteriormente colocadas em estufa a 65ºC, por 72 horas, para determinação da matéria seca. As palhadas da mucuna-preta e da crotalária proporcionaram maior redução de matéria seca e população das plantas daninhas. A maior produtividade de espigas comerciais de milho-verde foi obtida na área de palhada de mucuna-preta e crotalária.Soil shading using mulch reduces weed seed germination and, consequently, weed population, allowing the plant of interest to develop free of the initial competition. Thus, the aim of this paper was to evaluate the effect of leguminous plant cultivation on the evolution of a weed community on green corn cultivated in

  18. Estrutura do capim-braquiária em relação à planta daninha - doi: 10.4025/actascianimsci.v33i3.10439 Structure of signalgrass in relation to weeds - doi: 10.4025/actascianimsci.v33i3.10439

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Portes Silva

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar as características estruturais da Brachiaria decumbens cv. Basilisk em relação à planta daninha Solanum sisymbrifolium no pasto. Os tratamentos foram dois locais no mesmo pasto, quais sejam, próximo e distante da planta daninha. O delineamento foi em blocos ao acaso com três repetições. O pasto foi manejado sob lotação contínua, com bovinos e com altura média de aproximadamente 25 cm. Foram quantificadas as densidades populacionais das categorias de tamanho dos perfilhos, a altura, a interceptação de luz, as massas e as densidades volumétricas dos componentes morfológicos do pasto. No local distante da planta daninha houve maior ocorrência de perfilhos com tamanho inferior a 20 cm. Já no local próximo da planta daninha, predominaram perfilhos com tamanho superior a 40 cm. A presença da planta daninha ocasionou aumento na altura do pasto e incremento na interceptação de luz pelo dossel. As massas e as densidades volumétricas de lâmina foliar viva, colmo vivo e material morto foram inferiores no local próximo da planta daninha em relação ao local distante. A ocorrência da planta S. sisymbrifolium provoca variabilidade espacial da vegetação no pasto de B. decumbens manejado sob lotação contínua com bovinos.The objective of this study was to evaluate the structural characteristics of Brachiaria decumbens cv. Basilisk in relation to Solanum sisymbrifolium in pasture. The treatments were two sites in the same pasture, near and far from the weeds. A randomized block design with three replications was used. The pasture was managed under continuous stocking and grass height was kept at about 25cm. Densities were quantified for categories tiller size, height, light interception, masses and volumetric densities of morphological components of the pasture. In the site far from the weeds there is a higher occurrence of tillers with size smaller than 20 cm. In site near the weeds, tillers larger than 40

  19. Pendimethalin aplicado à casca de arroz e serragem para o controle de plantas daninhas em Ixora chinensis Lam. Pendimethalin applied on rice husks and sawdust for weed control on Ixora chinensis Lam

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luis Seixas

    2011-08-01

    Full Text Available A aplicação de herbicidas residuais à coberturas mortas pode aumentar a eficiência desses materiais no manejo da comunidade infestante. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a possibilidade de aplicação do pendimethalin à casca de arroz e à serragem para o controle de plantas daninhas em Ixora chinensis. Dois experimentos foram conduzidos aplicando-se o pendimethalin às coberturas mortas através de embebição e pulverização do herbicida, variando-se também a quantidade de cobertura utilizada. As espécies de plantas daninhas que ocorreram com maior frequência foram Alternanthera tenella, Blainvillea rhomboidea, Cenchrus echinatus e Commelina benghalensis. Há possibilidade de aplicação do herbicida pendimethalin à palha de arroz ou à serragem para controle de plantas daninhas em I. chinensis, principalmente quando ocorrem chuvas regulares e bem distribuídas. Há evidências de que a embebição da cobertura morta no herbicida seja um pouco mais eficiente no controle das plantas daninhas que a sua pulverização sobre a cobertura. Possivelmente, a quantidade de cobertura morta utilizada influencia na eficiência de controle, apesar deste fato não ter ficado claro neste trabalho.Applying herbicides at mulches may increase the efficiency of these materials for weed management. The objective of this research was to evaluate the possibility of pendimethalin applied on rice husks and sawdust for weed control on Ixora chinensis. In two field trials, pendimethalin was applied to the mulches through imbibition and spraying herbicide, also varying the amount of mulches. Higher frequent weeds were Alternanthera tenella, Blainvillea rhomboidea, Cenchrus echinatus and Commelina benghalensis. There are possibility of pendimethalin application on rice husks or sawdust for controlling weeds in I. chinensis mainly when regular and well-distributed rainfalls occur. There are evidences that the imbibition of these mulches to the herbicide

  20. Programas de manejo químico de plantas daninhas em plantio de cana-de-açúcar fundamentados em duas aplicações de herbicidas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Nicolai

    2010-12-01

    -metolachlor + (diuron + hexazinone [1.920 + (198 + 702]; S-metolachlor (2.400; tebuthiuron + ametrina (1.000 + 1.500; ametrina (2.000; ametrina + diuron (2.000 + 1.500; clomazone + ametrina (1.500 + 1.000 e testemunha sem aplicação. Conclui-se que os programas de manejo com duas aplicações de herbicidas controlaram as plantas daninhas até os 90 dias após a segunda aplicação. Aplicações de S-metolachlor, tebuthiuron e clomazone + ametrina, complementadas por metribuzin + (diuron + hexazinone, controlaram as plantas daninhas em mais de 90%, em todas as avaliações.

  1. Efeito de períodos de controle de plantas daninhas sobre o desenvolvimento inicial de plantas de eucalipto Effects of weed control periods on initial growth and development of eucalypt

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.E.B. Toledo

    2000-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos dos períodos de convivência e de controle de Brachiaria decumbens sobre o desenvolvimento inicial de clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla. Para isso, um ensaio foi conduzido, no município de Três Lagoas-MS, no período de janeiro a dezembro de 1997. Os tratamentos experimentais consistiram de diferentes épocas e períodos de convivência das plantas daninhas na cultura do eucalipto. As épocas foram divididas em dois grupos. No primeiro, a convivência se iniciava no transplante das mudas e era estendida até 28, 56, 84, 112, 140, 168, 224, 252 e 364 dias após. No segundo grupo, a convivência se iniciava aos 0, 28, 56, 84, 112, 140, 168, 224 e 252 dias após o transplante e era estendida até o final de um ano. As principais plantas daninhas que ocorreram na área experimental foram Brachiaria decumbens e Spermacocea latifola. As plantas jovens de eucalipto foram bastante suscetíveis à interferência das plantas daninhas, apresentando um período anterior à interferência inferior a 14-28 dias. Para assegurar o desenvolvimento da cultura, o período total de prevenção à interferência foi de 140 dias, e o período crítico de prevenção à interferência, de 14-28 a 140 dias após o transplante, considerando o índice de 5% de redução em diâmetro.A field trial was carried out in Três Lagoas-MS, Brazil, from January to December of 1997, to study the effects of control and coexistence period of Brachiaria decumbens on the growth of Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla clones. The experimental design was a complete randomized block design, with four replications. The treatments consisted of different periods of weed-eucalypt association. The periods were divided in two groups. In the first one, the weed-eucalypt coexistence initiated during the eucalypt transplanting, continuing up to 28, 56, 112, 140, 168, 224, 252 and 364 days after it. In the second group, the

  2. Controle de plantas daninhas através da palha de cana-de-açúcar associada à mistura dos herbicidas trifloxysulfuron sodium + ametrina Weed control through green cane harvesting residue combined with the herbicide mixture trifloxysulfuron sodium + ametryne

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Gravena

    2004-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da palha de cana-de-açúcar resultante da colheita sem queima e da mistura comercial dos herbicidas trifloxysulfuron sodium + ametrina, na emergência e no acúmulo de biomassa seca de nove espécies de plantas daninhas. Os tratamentos foram distribuídos em esquema fatorial 3 x 3, sendo três quantidades de palha resultantes da colheita da cana-de-açúcar sem queima (0, 10 e 15 t ha-1, e três doses da mistura formulada dos herbicidas trifloxysulfuron sodium + ametrina (0, 1,75 e 2,00 kg ha-1, aplicados em condições de pós-emergência das plantas daninhas. As densidades das plantas daninhas foram avaliadas aos 15, 60 e 90 dias após a aplicação (DAA da mistura dos herbicidas, e a biomassa seca das plantas daninhas, aos 90 DAA. A presença de palha sobre o solo suprimiu as densidades das populações de Brachiaria plantaginea, Digitaria horizontalis, Panicum maximum, Sida glaziovii e Amaranthus hybridus a níveis de infestação considerados satisfatórios de controle. A palhada também reduziu as populações de Senna obtusifolia, Ipomoea hederifolia, I. grandifolia e I. nil, porém em níveis insatisfatórios de controle. A mistura de herbicidas nas doses estudadas controlou todas as espécies de plantas daninhas avaliadas. Na presença da palha, o controle das plantas de S. obtusifolia, I. nil, I. hederifolia e I. grandifolia somente foi satisfatório quando foi aplicada a mistura de herbicidas. Para o controle de P. maximum, houve vantagem na integração dos dois métodos de controle, em relação à aplicação isolada da menor quantidade de palha estudada ou à aplicação da mistura de herbicidas.This work aimed to evaluate the effects of green cane harvesting residue and of the herbicide mixture trifloxysulfuron sodium + ametryne on the emergence and dry biomass accumulation of nine weed species. The treatments were arranged in a 3 x 3 factorial design, with three green cane

  3. Influence of corn sowing density and gliricidia intercropping on weed control Influências da densidade de semeadura do milho e da consorciação com gliricídia sobre o controle de plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.S.L. Silva

    2010-06-01

    Full Text Available There is interest in the identification of the best seeding density for new corn hybrids and on reduced use of herbicides for weed control. The objective of this study was to evaluate the effects of seeding density (30, 50, 70, and 90 thousand plants ha-1 and weed control on green ear yield and grain yield in corn cultivar AG 1051. A completely randomized block design was adopted with split-plots (seeding densities assigned to plots and ten replicates. Weed control was achieved by means of two hoeings and by planting corn intercropped with gliricidia (between corn rows, in pits spaced 0.3 m apart. A "no weeding"treatment was included as well. Increased seeding density increased the total number and weight of marketable green ears and decreased the biomass of both weeds and gliricidia. In non-weeded, intercropped and hoed plots, the maximum grain yield values achieved as seeding density increased were 7,881, 7,021, and 9,213 kg ha-1, respectively, obtained with populations of 67 thousand, 74 thousand, and 67 thousand plants per hectare, respectively. Intercropping did not control weeds (26 species and provided weed growth, green ear yield, and grain yield (at the lowest densities similar to those obtained without hoeing, except for total number of green ears, in which no influence of weed control was observed. At densities of 70 thousand and 90 thousand plants per hectare, grain yield with two hoeings was not different from yield values obtained without weeding or in the treatment intercropped with gliricidia, respectively, indicating that increased corn seeding density as well as gliricidiamay help to control weeds.Existe interesse na identificação da densidade de semeadura ideal para os novos híbridos de milho e na redução do uso de herbicidas no controle de plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da densidade de semeadura (30, 50, 70 e 90 mil plantas ha-1 e do controle de plantas daninhas sobre os rendimentos de

  4. Competição de plantas daninhas com a cultura do café em duas épocas de infestação Competition of weeds with coffee plants, in two times of infestation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.M.T. Fialho

    2010-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar a interferência de plantas daninhas instaladas aos 60 e aos 180 dias após o transplantio de plantas de café em vasos contendo 25 dm³ de substrato. O experimento foi instalado no delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema fatorial (2 x 4 x 2, com duas espécies de plantas daninhas (Brachiaria decumbens e Brachiaria plantaginea, cultivadas por 90 dias, em quatro densidades (zero, dois, quatro e seis plantas por vaso, juntamente com mudas de café de diferentes idades: 60 e 180 dias após transplantio. Na colheita do experimento foram avaliados o incremento na altura, na área foliar e no diâmetro do coleto do café, a matéria seca de plantas daninhas e do café e a densidade radicular do café. Estimaram-se, ainda, a razão de massa foliar, a razão de massa caulinar, a razão de massa radicular, a razão de área foliar e a razão sistema radicular/parte aérea das plantas de café. As plantas daninhas proporcionaram interferência negativa nas características avaliadas. Verificou-se menor incremento em altura, área foliar e matéria seca total das plantas de café com o aumento da densidade das plantas daninhas. O efeito da interferência das plantas daninhas foi maior quando a interferência se instalou aos 60 dias após o transplantio. Nesse caso, houve menor acúmulo das variáveis de crescimento, porém as duas gramíneas comportaram-se de forma similar, não diferindo para a maioria das variáveis. As plantas de café foram mais sensíveis à competição com B. plantaginea em relação a B. decumbens quando a competição se instalou aos 180 dias após o transplantio. O aumento da densidade de plantas daninhas promoveu maior alocação de fotoassimilados para a parte aérea em detrimento do sistema radicular do café.The aimed of this work was to evaluate the weed interference installed at 60 and 180 days after coffee seedlings transplanted in pots contend 25 dm

  5. Glyphosate em mistura com herbicidas alternativos para o manejo de plantas daninhas Glyphosate combined with alternative herbicides for vegetation management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2001-12-01

    Full Text Available O uso intensivo de glyphosate como herbicida não-seletivo tem selecionado espécies de plantas daninhas tolerantes. Dessa forma, é importante que sejam estudadas misturas de tanque com herbicidas de mecanismos de ação alternativos e que apresentem efeitos sinergísticos ou aditivos. Por essa razão, foi instalado um experimento inteiramente casualizado, composto por 13 tratamentos e 4 repetições, em casa de vegetação da Universidade de São Paulo - ESALQ/USP, Piracicaba-SP, com as plantas daninhas Richardia brasiliensis, Commelina benghalensis, Amaranthus hybridus, Galinsoga parviflora e Ipomoea grandifolia em misturas de tanque dos herbicidas chlorimuron-ethyl, sulfentrazone, carfentrazone, bentazon ou flumioxazin com glyphosate. As interações foram aditivas para as plantas daninhas I. grandifolia e C. benghalensis, e os herbicidas flumioxazin, sulfentrazone e carfentrazone aplicados isoladamente e em mistura com glyphosate foram os que proporcionaram os melhores níveis de controle. A interação de glyphosate com sulfentrazone foi antagônica em R. brasiliensis; a mistura de glyphosate com os demais herbicidas estudados foi aditiva, sendo os tratamentos com mistura de glyphosate e chlorimuron-ethyl ou flumioxazin os mais eficazes. Em A. hybridus, os tratamentos que apresentaram melhores níveis de controle foram o glyphosate e carfentrazone, aplicados isoladamente, e a mistura de glyphosate com flumioxazin, sulfentrazone, chlorimuron-ethyl e bentazon, sendo estes interações aditivas. No caso de G. parviflora, os tratamentos com flumioxazin e sulfentrazone apresentaram controle total, o mesmo acontecendo com as misturas de glyphosate com carfentrazone, flumioxazin, sulfentrazone, chlorimuron-ethyl ou bentazon.The intensive use of glyphosate as a non-selective herbicide for weed vegetation management has selected some tolerant weed species. Thus, it is important to study the synergistic or antagonic or additive effects of tank

  6. BANCO DE SEMENTES DE PLANTAS DANINHAS EM SOLO CULTIVADO COM ADUBOS VERDES WEED SEED BANK IN GREEN-MANURE-CULTIVATED FIELDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FRANCISCO JOSÉ SEVERINO

    2001-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar a composição de banco de sementes de plantas daninhas em solo cultivado com adubos verdes, desenvolveu-se um experimento em casa de vegetação do Departamento de Produção Vegetal da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ/USP, Piracicaba (SP, entre dezembro de 1999 e fevereiro de 2000. As parcelas experimentais, compostas de 1 kg de solo amostrado por um trado de 4,3 cm de diâmetro, a partir da experimentação em campo, foram instaladas em bandejas de 30 x 20 x 5 cm. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições constando dos fatores: a adubos verdes - amendoim-forrageiro (Arachis pintoi Krapov. & W.C. Gregory, crotalária (Crotalaria juncea L., guandu-anão [Cajanus cajan (L. Millsp.] e testemunha sem capina; b plantas daninhas - capim-braquiária (Brachiaria decumbens Stapf., capim-colonião (Panicum maximum Jacq., picão-preto (Bidens pilosa L., além da vegetação espontânea. Avaliou-se o número de plantas daninhas emergidas aos 30 e 60 dias após a instalação do experimento. Os resultados permitem concluir que o banco de sementes de plantas daninhas foi significativamente reduzido com a utilização dos adubos verdes, constituindo em prática agrícola relevante para o manejo integrado de plantas daninhas.In order to evaluate the composition of a weed seed bank in a soil cultivated with green manure, an experiment was carried out from December, 1999, to February, 2000, in a greenhouse of the Plant Production Department, ESALQ/University of São Paulo, Piracicaba, Brazil. The experimental units were made of 30 x 20 x 5 cm trays, filled with 1.0 kg of soil. The soil was collected by a 4.3 cm core sampler from the experimental field where the green manure and weeds were grown. The experiment had a completely randomized block design with four replicates, green manure (Arachis pintoi Krapov. & W.C. Gregory, Crotalaria juncea L. and Cajanus cajan L

  7. Weed control under integrated nutrient management systems in faba bean (Vicia faba production in Egypt Controle de plantas daninhas sob sistemas de manejo integrado em feijão de fava (Vicia faba no Egito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I.M. El-Metwally

    2008-01-01

    .O uso de composto favoreceu o crescimento e rendimento da fava mais que os das plantas daninhas. A adição de fertilizantes também aumentou a maioria dos parâmetros de rendimento. A aplicação do composto isoladamente ou em combinação com 50 ou 100% da dose recomendada de NPK aumentou a taxa de assimilação líquida do feijão-fava, sua área foliar específica e a razão folha-peso, como componentes da taxa de crescimento relativo. O aumento do crescimento resultou em aumento do rendimento das sementes, dos componentes de rendimento e da proteína do feijão de fava. O desempenho do rendimento do feijão de fava aumentou sob efeitos interativos de tratamentos com fertilizante e de controle de plantas daninhas à medida que o crescimento aumentou, como resultado da liberação de nutrientes dos fertilizantes e controle dessas plantas.

  8. Fitossociologia de comunidades de plantas daninhas em agroecossistema cana-crua Phytosociology of weed community in no-burn sugar cane agroecosystems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Kuva

    2007-09-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho estudar a fitossociologia de comunidades de plantas daninhas de canaviais colhidos no sistema mecanizado, sem queima prévia da palha, e a similaridade entre talhões quanto à composição de espécies. Os levantamentos foram realizados em 28 talhões comerciais na região de Ribeirão Preto-SP. Em cada talhão foram demarcadas áreas de coleta e avaliação, na proporção de duas por hectare, mantidas sem controle, e que serviram de local para as amostragens de plantas daninhas. As amostragens foram feitas com quadrados vazados (0,5 x 0,5 m, lançados aleatoriamente duas vezes em cada uma das áreas. Essas amostragens foram realizadas determinando-se a densidade e a biomassa específica aos 120 dias após o corte da cana. Cyperus rotundus foi a principal espécie, destacando-se quanto aos valores de importância relativa (IR. As plantas dicotiledôneas anuais de propagação por sementes também se destacaram, dentre as quais diversas espécies das famílias Euphorbiaceae e Convolvulaceae. Em contrapartida, as gramíneas tradicionais de áreas de cana colhida queimada tiveram pouco destaque. O índice de Shannon (H de diversidade de espécies das comunidades variou de 0 a 1,61, e o índice de similaridade entre os talhões (S foi muito variável. A maioria das espécies ou grupo de espécies apresentou padrão agregado (V/m > 1,00, com valores relativamente altos de índice de agregação (V/m. Entretanto, na maioria dos casos, Cyperus rotundus e as Convolvulaceas apresentaram os maiores índices.A study was carried out in northeastern São Paulo, Brazil to evaluate the similarity between species composition and phytosociological index in weed communities of no-burn sugar cane crop harvest at different times and number of cut-cycles. Assessments were carried out in twenty-eight sugar cane plots in the Ribeirao Preto-SP region. In each plot, collection and evaluation areas were established, two per hectare, kept

  9. Efeitos da aplicação de vinhaça sobre a população e controle químico de plantas daninhas na cultura da cana-de-açucar (Saccharum SPP. Effects of vinasse application on the population and chemical control of weeds in the sugarcane (Saccharum spp.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.J. Christoffoleti

    1985-12-01

    Full Text Available Para avaliar o controle químico e a influência na população de plantas daninhas incidentes na cultura da cana-de-açucar (cana-soca, 3o corte, variedade NA56-79, em função da aplicação de diferentes doses de vinhaça, foi instalado um ensaio em solo pertencente a Usina Santa Lúcia de Açúcar e Álcool, do município de Araras-SP. O solo foi um Latassol Vermelho Amarelo distrófico, textura média, Haplorthox. O experimento foi instalado no dia 10/08/83, com o solo seco no momento da aplicação da vinhaça, não ocorrendo qualquer precipitação nos dez dias seguintes à aplicação. A aplicação da vinhaça foi feita através de veículos tanque, e a aplicação regulada para uma vazão de 50m3/ha , de tal forma que nas dosagens de 100 e 150m3 /ha foram feitas 2 e 3 passadas, respectivamente. Os herbicidas foram aplicados através de pulverizador costal à pressão constante, com um consumo de calda de 370 1/ha. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com parcelas subdivididas e 3 repetições e os tratamentos foram vinhaça a 0,50, 100 e 150 m3 /ha e adubação mineral. Por outro lado os subtratamentos foram os herbicidas das alachlor (2-cloro-2-6-dietil-metoximetil-acetanilida a 2,40 kg i.a/ha, diuron (3-(3,4-dicloro-fenil-1, 1-dimetil-uréia a 1,6 kg i.a/há, ametrin (2-(etilamino-4-(isopropilano-6-(metiltio-S-triazina a 2,40 kg i.a/ha e tebuthiuron (N-(5-(1,1-dimetiletil-1, 3,4-tiadiazol-2-il-1,3-N, N-dimetil-uréia a 0,96 kg i.a/ha. A infestação do capim-colchão (Digitaria horizontalis Willd foi maior na área que recebeu apenas adubação mineral, com doses crescentes da vinhaça a população dessa espécie foi se elevando. O controle mais eficiente foi proporcionado por tebuthiuron. Com alachlor houve melhora pronunciada de controle, quando aplicado com 100 m3 /ha de vinhaça. Este fato também ocorreu com o diuron e menos acentuadamente com o ametrin. A tiririca (Cyperus rotundus L. infestou menos

  10. Avaliação da eficiência de herbicidas no controle de plantas daninhas em alfafa Decreasing of weed plants using herbicides and herbicides mix in alfalfa crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson da Silva

    2004-08-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho avaliar a seletividade e a eficiência de herbicidas no controle de plantas daninhas na cultura da alfafa. Foram desenvolvidos dois experimentos em Anápolis, GO. No primeiro, avaliaram-se oito herbicidas (imazethapyr, MSMA, fomesafen, bentazon, chlorimuron-ethyl, imazamox aplicados em pós-emergência da alfafa, e no segundo, seis misturas de herbicidas [(diuron + MSMA, (diuron + MSMA, (diuron + paraquat, (diuron + paraquat] aplicados um dia após o corte da alfafa. Em ambos os experimentos, foram incluídas duas testemunhas (capinada e sem capina, sendo os tratamentos distribuídos em blocos ao acaso com quatro repetições. Os herbicidas como imazethapyr, MSMA, fomesafen, bentazon, chlorimuron-ethyl e imazamox foram seletivos à cultura da alfafa e eficientes no controle de plantas daninhas. As misturas dos herbicidas (diuron + MSMA e (diuron + paraquat aplicados logo após o corte da alfafa causaram danos às folhas e aos caules remanescentes. As brotações, todavia, surgiram isentas de toxicidade, apresentando crescimento e desenvolvimento normais. Essas misturas promoveram eficiente controle de plantas daninhas, e não afetaram o acúmulo de biomassa seca e altura de plantas em relação à testemunha capinada. O não-controle das plantas daninhas reduziu a produção de biomassa seca e a altura das plantas de alfafa em 74,5% e 42,8%, respectivamente.The objectives of this study were to evaluate the efficiency and selectivity of herbicides on the weed plants control at the alfalfa crop. Two experiments were carried out at the Experimental Station of Agenciarural, located in Anápolis, GO. In the first experiment it was evaluated eight herbicides (imazethapyr, MSMA, fomesafen, bentazon, chlorimuron-ethyl and imazamox post emergency and in the second experiment six different mixed of herbicides [(diuron + MSMA, (diuron + MSMA, (diuron + paraquat, (diuron + paraquat] applied one day after the alfalfa harvesting

  11. Manejo da Planta Daninha Brachiaria plantaginea Resistente aos herbicidas Inibidores da ACCase Management of the Weed Brachiaria plantaginea Resistant to ACCase Inhibitor Herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.J. Christoffoleti

    2001-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar o manejo de uma população da planta daninha capim-marmelada (Brachiaria plantaginea resistente aos herbicidas inibidores da ACCase (ariloxifenoxipropionatos e ciclohexanodionas, utilizados na cultura da soja no sistema de plantio direto. Para isso, foram realizados dois experimentos: um utilizando herbicidas de manejo, com mecanismos de ação alternativos, comparando a eficácia destes com os inibidores da ACCase; e outro apenas com herbicidas inibidores da ACCase e aditivos misturados à calda. As sementes resistentes foram produzidas a partir de plantas comprovadamente resistentes; para comparação de resultados, foi utilizada uma população de capim-marmelada que nunca tinha sido pulverizada com inibidores da ACCase, portanto uma população suscetível. O experimento com os herbicidas de manejo foi realizado em condições de campo, porém as plantas ficaram em caixas com capacidade de 50 L, evitando-se a disseminação destas para áreas adjacentes. Concluiu-se que as plantas resistentes não apresentam resistência múltipla com herbicidas de manejo com mecanismos de ação alternativos, podendo os herbicidas glyphosate, paraquat, sulfosate, paraquat + diuron, MSMA e glufosinate ser utilizados no período entressafra das áreas com sistema de plantio direto, para manejo de populações resistentes de capim-marmelada aos herbicidas inibidores da ACCase. O experimento com aditivos foi realizado em casa de vegetação, com plantas em vasos individuais, utilizando sementes das populações suscetíveis e resistentes. Os herbicidas utilizados foram inibidores da ACCase, em cuja calda foram adicionados aditivos nitrogenados, do tipo uréia e sulfato de amônio, além de um tratamento sem aditivos. Concluiu-se que os aditivos não alteraram a eficácia dos herbicidas inibidores da ACCase nas plantas provenientes tanto da população suscetível quanto da resistente.The objective of this research was to

  12. Banco de sementes e estabelecimento de plantas daninhas em agroecossistemas Seed bank in the soil and the establishment of weeds in agro-ecosystems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Carmona

    1995-01-01

    Full Text Available Em novembro/92 o banco de sementes no solo foi estimado, a 0-10 cm de profundidade, em alguns agroecossistemas: área de rotação de culturas, várzea, pomar de cítrus e pastagem de Brachiaria brizantha, no Distrito Federal, Brasil. Esta estimativa foi realizada através da observação da emergência de plântulas em amostras de solo incubadas, com e sem lavagem através de peneira e presença ou ausência de nitrato de potássio. A lavagem do solo para redução de volume, seguida de utilização de nitrato de potássio, mostrou-se desvantajosa para a determinação dos bancos de sementes viáveis detectadas nas amostras. A quantidade média de sementes por metro quadrado foi de 22313 na várzea, 6768 na área de rotação, 3595 nas coroas do pomar e 529 na pastagem. Verificou-se que as plantas infestantes estabelecidas em maio/93 nos agroecossistemas, representavam, em relação á quantidade inicial de sementes: 0,34% na pastagem, 0,71% na várzea, 1,48% nas coroas do pomar e 1,56% na área de rotação de culturas. Estas plantas seriam aquelas que supostamente mais contribuíram para a manutenção dos bancos de sementes no solo. Houve uma correlação direta do banco de sementes com o número de espécies e indivíduos presentes nos agroecossistemas. As espécies predominantes nas áreas anualmente perturbadas foram Ageratum conyzoides, Bidens pilosa, Cenchrus echinatus, Commelina benghalensis, Emilia sonchifolia, Euphorbia heterophylla e Richardia brasiliensis. Brachiaria spp predominou nas entrelinhas do pomar, enquanto na pastagem as poucas plantas daninhas presentes eram espécies de cerrado. A similaridade entre agroecossistemas, com relação às plantas daninhas foi maior entre as áreas mais perturbadas, como áreas de rotação de culturas, várzea e coroas do pomar.The seed bank in the soil was estimated in November/92 at 0-10 cm depth in some agro-ecosystems: arable land, meadow land, citrus orchard and a Brachiaria brizantha

  13. Variabilidade espacial de plantas daninhas em dois sistemas de manejo de solo Spatial variability of weeds in two soil management systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valter R. Schaffrath

    2007-02-01

    Full Text Available Estudos sobre a distribuição espacial das plantas daninhas são importantes no contexto agronômico e ambiental. O objetivo deste trabalho foi descrever a distribuição espacial de plantas daninhas em dois sistemas de manejo de solo. O estudo foi realizado em um Latossolo Vermelho distroférrico, em Campo Mourão, PR, utilizado em sistema de plantio direto (PD e preparo convencional do solo (PC. Estabeleceu-se uma malha referenciada em coordenadas x e y, totalizando 128 pontos amostrais. Avaliou-se a biomassa da parte aérea das plantas, a densidade de plantas, a densidade de Commelina benghalensis e a densidade de Bidens pilosa. Os dados foram submetidos à análise exploratória e à análise variográfica. A variabilidade espacial foi estudada através da geoestatística, mediante a análise de semivariogramas, interpolação por krigagem e construção de mapas de isolinhas. O alcance das variáveis biomassa e densidade de B. pilosa é maior no PD que no PC; para a variável densidade de plantas, o alcance é maior no PC. A distribuição espacial descrita por técnicas geoestatísticas, mostra seu potencial no mapeamento de plantas daninhas o que permite estratégias de manejo localizado e o estabelecimento de critérios para experimentos futuros.Studies of spatial distribution of weeds are important in the agronomic and environmental context. The objective of this research was to describe the spatial distribution of weeds in two soil management systems. This study was accomplished in a Distroferric Red Latosol (Oxisol, located in Campo Mourão, Parana State, Brazil, in no-tillage (NT and conventional tillage of soil (CT. A grid was established in coordinated x and y, with 128 sampling points. The studied variables were biomass of shoot weeds, density of weeds, Commelina benghalensis density and Bidens pilosa density. Exploratory data analysis was used to evaluate distribution of variables as well as to adapt them for the spatial

  14. Weeds occurrence in areas submitted to distinct winter crops Ocorrência de plantas daninhas em áreas submetidas a manejos de inverno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Concenço

    2012-12-01

    íodo de inverno. Para essas áreas, o plantio de culturas oleaginosas de inverno visando à produção de biodiesel é uma das melhores alternativas; essa prática também auxiliará na redução da infestação por plantas daninhas no cultivo subsequente. Este estudo teve como foco a avaliação da comunidade infestante em áreas com distintas culturas de inverno, em termos de composição de espécies, nível de infestação e severidade de ocorrência. Os seguintes tratamentos foram avaliados: agricultura sob plantio direto com pousio no inverno; culturas oleaginosas de inverno (crambe, nabo, canola pós-soja estabelecida em plantio direto no verão; e agricultura sob preparo convencional do solo com pousio no inverno. As análises fitossociológicas de todos os tratamentos foram conduzidas 75 dias após emergência (DAE das culturas de inverno, e os índices de diversidade de espécies de Margalef, Menhinick, Simpsom e Shannon-Weiner foram calculados. As áreas também foram estratificadas por análise de agrupamento, pelo método UPGMA com base na matriz de similaridade de Jaccard. Dos tratamentos com cobertura de inverno, o nabo foi o mais eficiente em suprimir a ocorrência de plantas daninhas. A agricultura com preparo convencional do solo e pousio no inverno proporcionou a maior ocorrência de espécies daninhas problemáticas. Por outro lado, a agricultura em plantio direto com pousio no inverno apresentou o maior nível absoluto de infestação. Em termos gerais, culturas oleaginosas de inverno contribuem para reduzir a proliferação de espécies infestantes na entressafra.

  15. Eficiência nutricional de cultivares de feijão em competição com plantas daninhas Nutritional efficiency of bean cultivars under competition with weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.P Cury

    2013-03-01

    Full Text Available Apesar do ciclo efetivamente rápido do feijoeiro, a habilidade no uso dos nutrientes adicionados por ocasião do plantio e cobertura pode ser prejudicada pela presença de determinadas espécies de plantas daninhas. Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos da competição entre três cultivares de feijão (IPR Colibri, IPR Eldorado e Pérola e seis espécies de plantas daninhas (Euphorbia heterophylla, Bidens pilosa, Cenchrus echinatus, Amaranthus spinosus, Commelina benghalensis e Brachiaria plantaginea no acúmulo de N, P e K pelas plantas e na eficiência nutricional do feijoeiro. O experimento foi realizado em condições controladas de temperatura e umidade, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. O período de convivência entre os cultivares de feijão e as plantas daninhas foi de 45 dias após emergência da cultura. Os cultivares de feijão apresentaram reduzido acúmulo relativo de N, P e K quando estavam em competição, sendo o sistema radicular o principal órgão afetado negativamente. O cultivar IPR Colibri foi o que menos tolerou a competição com plantas daninhas e E. heterophylla foi a espécie com menor poder de competição, enquanto A. spinosus e B. plantaginea foram as mais competitivas com a cultura do feijão. A eficiência nutricional do feijoeiro variou conforme o genótipo de feijão e a espécie infestante.Although the common bean has an effectively rapid cycle, its ability to use nutrients added during planting and cover can be affected by the presence of certain weed species. The objective of this study was to evaluate the effects of competition between three bean cultivars (IPR Colibri, IPR Eldorado, and Pérola and six weed species (Euphorbia heterophylla, Bidens pilosa, Cenchrus echinatus, Amaranthus spinosus, Commelina benghalensis and Brachiaria plantaginea on accumulation of N, P, and K by the plants, and on the nutritional efficiency of the bean plant. The experiment was

  16. Eficiência do triclopyr no controle de plantas daninhas em gramado (Paspalum notatum Triclopyr efficiency in controlling weeds in the lawn (Paspalum notatum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.C.L. Freitas

    2003-04-01

    Full Text Available As plantas daninhas interferem nos gramados, prejudicando a sua formação, qualidade e estética. O carrapicho-beiço-de-boi (Desmodium incanum e a zórnia (Zornia latifolia, quando não controlados, podem atingir níveis de infestação que chegam a dizimar o gramado. Dentre as diversas técnicas de manejo de plantas daninhas em gramados, destaca-se o emprego de herbicidas; todavia, as informações sobre a utilização desses produtos em gramados são escassas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência do herbicida triclopyr no controle de Desmodium incanum e Zornia latifolia, infestantes da grama-batatais (Paspalum notatum. O trabalho foi desenvolvido em gramado estabelecido no campus da Universidade Federal de Viçosa, em Viçosa-MG, entre os meses de abril e maio de 2000. Os tratamentos avaliados foram seis doses do triclopyr (0,00; 0,24; 0,48; 0,72; 0,96; e 1,20 kg ha-1 e uma dose do 2,4-D + picloram (0,48 + 0,128 kg ha-1, dispostos em delineamento experimental com blocos ao acaso e quatro repetições. O tamanho de cada parcela foi de 12 m² (4,0 x 3,0 m, sendo os tratamentos aplicados em uma faixa de 2,0 m de largura, ficando 1,0 m como testemunha lateral, para auxiliar nas avaliações visuais. Foram realizadas avaliações de fitotoxicidade aos 10 e 20 DAT (Dias Após o Tratamento e nível de controle aos 15 e 30 DAT, ambos com base na testemunha lateral. Em nenhum dos tratamentos avaliados verificaram-se danos na qualidade do gramado. A partir das doses de 0,48 e 0,66 kg ha-1 de triclopyr foram obtidos controles iguais ou superiores a 90% de Desmodium incanum e Zornia latifolia, respectivamente. Esses resultados foram semelhantes ao do tratamento-padrão (2,4D + picloram a 0,48 + 0,128 kg ha-1. Concluiu-se que o triclopyr mostrou-se seletivo para grama-batatais, proporcionando excelente controle das plantas daninhas acima mencionadas.Weeds interfere in the formation, quality and aesthetics of the lawn. Desmodium incanum

  17. Manejo de populações de plantas daninhas resistentes aos herbicidas inibidores da acetolactato sintase Management of weed populations resistant to ALS-Inhibitor herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2001-04-01

    Full Text Available Nas áreas produtoras de soja da região central do Brasil é comum a infestação da planta daninha picão-preto (constituída de uma mistura das espécies Bidens pilosa e Bidens subalternans. Da mesma forma, o caruru (Amaranthus quitensis é infestante da cultura da soja na Argentina. Estas plantas daninhas são controladas normalmente por diversos herbicidas; dentre os mais utilizados encontram-se os inibidores da acetolactato sintase (ALS. O uso intensivo e repetitivo destes herbicidas em áreas cultivadas com soja no município de São Gabriel do Oeste (MS-Brasil e nas províncias de Córdoba e Tucumã (Argentina selecionou populações resistentes destas plantas daninhas. Assim, com o objetivo de estudar alternativas de manejo dessas populações resistentes, foram desenvolvidos ensaios em condições de campo e casa de vegetação, por meio da aplicação de herbicidas inibidores da ALS (chlorimuron-ethyl e imazethapyr e com mecanismos de ação alternativos; como inibidores da protoporfirinogênio oxidase (PROTOX, que participa da biossíntese de porfirina e tetrapirroles (lactofen e fomesafen e inibidores do fotossistema II (bentazon. O ensaio de campo foi instalado no município de São Gabriel do Oeste-MS, Brasil, onde se suspeitava que a população de picão-preto da área fosse resistente, pois os herbicidas inibidores da ALS aplicados nos últimos anos na área não apresentavam eficiência esperada e a área tinha um histórico de pelo menos oito anos de aplicação sucessiva destes herbicidas. Concluiu-se, deste ensaio, que os herbicidas chlorimuron-ethyl e imazethapyr, nas doses recomendadas, foram ineficientes no controle da população resistente, porém os herbicidas alternativos lactofen, fomesafen e bentazon, aplicados isoladamente ou em mistura com os inibidores da ALS, foram eficazes. No ensaio conduzido em casa de vegetação, onde foram utilizados picão-preto e caruru, provenientes das áreas com suspeita de resist

  18. Produção e partição de matéria seca de cultivares de feijão em competição com plantas daninhas Dry matter production and distribution of bean cultivars under weed competition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.P. Cury

    2011-03-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos da competição entre três cultivares de feijão e seis espécies de plantas daninhas no crescimento inicial e na alocação de matéria seca pelas plantas. Adotou-se arranjo fatorial em esquema 3 x 6 + 9, constituído pela combinação de três genótipos de feijão (IPR Colibri, IPR Eldorado e Pérola em competição com seis espécies de plantas daninhas (Euphorbia heterophylla, Bidens pilosa, Cenchrus echinatus, Amaranthus spinosus, Commelina benghalensis e Brachiaria plantaginea, além de nove tratamentos adicionais, correspondentes aos cultivares de feijão e às espécies daninhas ausentes de competição. O delineamento foi em blocos casualizados com quatro repetições, e cada vaso contendo 5 L de substrato representou uma unidade experimental. O período de convivência entre os cultivares de feijão e as plantas daninhas foi de 45 dias após emergência da cultura; depois disso, coletou-se o material vegetal para avaliação da matéria seca e distribuição entre os diferentes órgãos (raízes, folhas e caule. Os cultivares de feijão apresentaram menor acúmulo de matéria seca quando estavam em competição com as espécies de plantas daninhas. A raiz foi o principal órgão afetado negativamente pela competição. De forma contrária, as folhas e o caule das espécies daninhas foram os órgãos mais prejudicados. De maneira geral, o cultivar Pérola foi o genótipo que mais tolerou a competição com plantas daninhas, e E. heterophylla foi a espécie daninha menos competitiva. A. spinosus e B. plantaginea foram as espécies com maior capacidade de competição com a cultura do feijão.This study aimed to determine the competitive ability of three bean cultivars and six weed species and to quantify the effect of competition on the plants' growth and dry mass allocation. A factorial scheme 3 x 6 + 9 was adopted, consisting of a combination of three genotypes (Colibri IPR, IPR

  19. Acúmulo de nutrientes em soja convencional e soja RR em diferentes tipos de controle de planta daninha Nutrient accumulation in conventional and glyphosate-resistant soybean under different types of weed control

    National Research Council Canada - National Science Library

    L.H.S. Zobiole; R.S. Oliveira JR; J. Constantin; A. Oliveira JR; C. Castro; F.A. Oliveira; R.J. Kremer; A. Moreira; L.M Romagnoli

    2012-01-01

    ... acúmulo de nutrientes em diferentes estádios fenológicos entre os cultivares BRS 184 (convencional) e BRS 243 RR (transgênico), com mesmo ciclo vegetativo e reprodutivo, sob diferentes sistemas de manejo de plantas daninhas...

  20. ANÁLISE DO CRESCIMENTO DE RABANETE EM FUNÇÃO DE PERÍODOS DE CONVIVÊNCIA COM PLANTAS DANINHAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdere Martins dos Santos

    2015-07-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivou-se avaliar a influência de períodos de convivência com plantas daninhas nas respostas morfofisiológicas de plantas de rabanete cultivado no sul do Estado do Tocantins. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, sendo seis tratamentos e quatro repetições. Foram avaliados 6 períodos de convivência com plantas daninhas em cinco épocas de avaliação (5, 10, 15, 21 e 30 dias após a emergência. Foram determinadas a taxa de crescimento da cultura (TCC, taxa de crescimento relativo (TCR, taxa de assimilação líquida (TAL, taxa de crescimento absoluto (TCA, razão de área foliar (RAF e área foliar específica (AFE. As TCC e TCR apresentaram uma fase inicial com rápido acúmulo de massa, até seu ponto máximo no 2o intervalo de crescimento, posteriormente, declínio devido ao período de senescência da cultura. A TAL atingiu seu crescimento máximo no 3o intervalo, verificando-se a seguir redução, com exceção dos tratamentos (sem competição e sem competição a partir do 5o dia que apresentaram aumento durante todo o ciclo da cultura. Resposta semelhante foi observada também para TCA. Para RAF e AFE verifica-se que nos tratamentos com algum período de competição ocorreu incremento até os 17 DAE dias, seguida por redução mais acentuada até os 30 DAE. As características morfofisiológicas são influenciadas pela competição com plantas daninhas.

  1. Dessecação de plantas daninhas com glyphosate em mistura com ureia ou sulfato de amônio Weed desiccation with glyphosate mixed with urea or ammonium sulfate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.J.P. Carvalho

    2009-06-01

    Full Text Available O glyphosate é um herbicida não-seletivo, sistêmico, usado para controle de plantas daninhas anuais e perenes em todo o mundo. A absorção da molécula do glyphosate ocorre pelos tecidos fotossinteticamente ativos das plantas, porém alguns fatores podem reduzir sua eficácia, como a morfologia e diversidade de espécies, chuva após aplicação, qualidade da água e misturas em tanque com outros defensivos, entre outros. Objetivou-se com este trabalho avaliar a influência da adição de sulfato de amônio ou ureia em calda na eficácia do herbicida glyphosate para dessecação de plantas daninhas. Dois experimentos foram desenvolvidos em Piracicaba - SP, com aplicações de glyphosate (720 e 1.440 g ha-1 isolado ou combinado com duas doses de sulfato de amônio (7,5 e 15,0 g L-1 ou ureia (2,5 e 5,0 g L-1 sobre as plantas daninhas: apaga-fogo (Alternanthera tenella e capim-massambará (Sorghum halepense. Para a espécie menos suscetível ao herbicida (capim-massambará, a adição de fontes nitrogenadas à menor dose de glyphosate acelerou a morte das plantas, elevando os níveis de controle em até 7,3% na avaliação de 21 dias após aplicação (DAA dos tratamentos. Contudo, os efeitos não foram observados nas avaliações de controle, massa fresca e seca, conduzidas aos 28 DAA. A dose recomendada de glyphosate para cada espécie proporcionou controle satisfatório, sem a necessidade de adição de sulfato de amônio ou ureia.Glyphosate is a non-selective systemic herbicide used to control annual and perennial weeds worldwide. Molecule absorption occurs through the plant's photosynthetically-active tissues; however, some factors might reduce its efficacy, such as morphology and specific diversity, rain after application, water quality and tank mixtures with other chemicals. Thus, this work aimed to evaluate the influence of ammonium sulfate or urea addiction to spray tank on glyphosate efficacy for weed desiccation. Two trials were

  2. Diferenças entre Chenopodium quinoa e a planta daninha Chenopodium album Differences between Chenopodium quinoa and the weed Chenopodium album

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.R. Spehar

    2003-12-01

    Full Text Available A experimentação pioneira com Chenopodium quinoa Willd tem demonstrado sua adaptabilidade à produção de grãos no cerrado. Seus frutos, do tipo aquênio, são cilíndricos, achatados e germinam rapidamente na presença de umidade, após a maturação fisiológica. Na fase inicial do seu desenvolvimento, a quinoa pode ser confundida com a planta daninha Chenopodium album, conhecida no Brasil como ançarinha-branca. As diferenças básicas entre as duas espécies se tornam mais visíveis após o florescimento: ramificação profusa, com rácemos axilares e terminais em C. album, em contraste com C. quinoa, na qual as panículas são terminais, à semelhança do sorgo; o pericarpo é claro e contrasta com o preto em C. album. A quinoa BRS Piabiru, primeiro cultivar para o Brasil, apresenta plantas com 190 cm, nas quais a panícula ocupa 45 cm; maturação fisiológica aos 145 dias; resistência ao acamamento; peso de grãos de 2,42 g 1.000-1; rendimento de 2,8 t ha-1; e biomassa total de 6,6 t ha-1. As sementes de C. album são muito pequenas (0,52 g 1.000-1, germinam gradativamente e permanecem no solo por muitos anos, infestando os cultivos. As diferenças no número de cromossomos, impedindo a polinização cruzada entre as duas espécies e as morfológicas, detectadas na experimentação, mostram que estas são distinguíveis e asseguram que a quinoa apresenta características de adaptação ao cultivo comercial, contrapondo-se às características de invasora em C. album.Pioneer experimentation with Chenopodium quinoa Willd has shown its adaptability to grain production in the Brazilian savannah. Its fruits (achene type are cylindrical, flat and germinate quickly in the presence of moisture, after reaching physiological maturity. At its early phase of development, quinoa can be confounded with the weed Chenopodium album, known in Brazil as 'ançarinha- branca'. Their basic differences become more visible after flowering: profuse branching

  3. Manejo de plantas daninhas em maracujazeiro amarelo cultivado com adubação química e orgânica Weed management in yellow passion fruit cultivated with chemical and organic fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Ogliari

    2007-12-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar diferentes formas de manejo de plantas daninhas na cultura do maracujazeiro, cultivado com adubação química e orgânica. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com 15 tratamentos, arranjados em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições e 10 plantas úteis por parcela. Os tratamentos foram constituídos por três tipos de adubações na parcela (orgânica, química e química + orgânica e cinco manejos de plantas daninhas na subparcela (com capina, sem capina, diuron (pré + glyphosate (pós, diuron (pré + MSMA (pós e diuron (pré + (diuron + paraquat (pós. O diuron foi aplicado aos cinco dias antes do plantio das mudas, em todos os tratamentos com herbicida, variando apenas os herbicidas em pós-emergência; para cada um dos herbicidas das misturas avaliadas, foram feitas três aplicações, aos 45, 96 e 159 dias. O diuron em pré-emergência provocou sintomas de clorose nas folhas entre 20 e 26 dias após o plantio (DAP, sendo mais evidente no maracujazeiro cultivado com adubação química. Os tratamentos com diuron (pré e glyphosate (pós apresentaram melhor controle das plantas daninhas. Os tratamentos com adubação química + orgânica associados aos manejos com capina, diuron (pré + glyphosate (pós e diuron (pré + (diuron + paraquat (pós foram os que proporcionaram maior produtividade de frutos. No cultivo com adubação orgânica, o tratamento capinado foi o que proporcionou maior produtividade. No cultivo com adubação química, a produtividade foi maior no tratamento com diuron (pré + glyphosate (pós.The objective of this work was to evaluate different types of weed management in passion fruit culture under chemical and organic fertilization. The experimental design was in randomized blocks with 15 treatments, arranged in a splip-splot design, with four repetitions containing 10 plants each. The treatments consisted of three types of fertilization

  4. Manejo de plantas daninhas em beterraba com metamitron e sua persistência em Argissolo Weed control in table beet with metamitron and its persistence in Ultisol-Kandiucults

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robert Deuber

    2004-01-01

    Full Text Available O experimento foi realizado no Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio de Frutas (IAC, localizado no município de Jundiaí (SP, em condições usuais de cultivo da beterraba (Beta vulgaris L. cultivar Tall Top Wonder, em Argissolo Vermelho-Amarelo, distrófico. Os objetivos do experimento foram avaliar a eficácia de metamitron, aplicado em pré-emergência, no controle de plantas daninhas; verificar sua seletividade à cultura, e determinar seu período residual. O experimento foi disposto em blocos ao acaso, com quatro repetições; as parcelas foram divididas em duas partes, sendo uma para a beterraba e outra para o estudo do efeito residual. Foram avaliados os efeitos de doses de metamitron (2,8, 3,5 e 4,2 kg.ha-1 de i.a, mantendo-se duas testemunhas: uma sempre capinada e outra mantida com plantas daninhas até o fim do ciclo. As avaliações do controle das plantas daninhas e da seletividade à cultura foram realizadas aos 28 e 70 dias após a aplicação (DAA do herbicida. A persistência foi avaliada aos 0, 21, 40 e 70 DAA, em biotestes, com alface (Lactuca sativa L. cultivar Elisa Crespa como planta-teste. As principais plantas daninhas na área experimental foram: Eleusine indica (L. Gaertn. (capim-pé-de-galinha, Galinsoga parviflora Cav (picão-branco e Coronopus didymus (L. Sm. (mentruz. As doses de metamitron aplicadas não causaram sintomas visíveis de intoxicação à parte aérea das plantas de beterraba. O picão branco e o mentruz foram eficientemente controlados com quaisquer das doses de metamitron. Aos 28 DAA, o capim-pé-de-galinha foi totalmente controlado pelas doses de metamitron aplicadas. Entretanto, aos 70 DAA, somente com as doses de 3,5 e 4,2 kg.ha-1 obteve-se controle eficiente dessa espécie. A atividade residual de metamitron, para as doses de 2,8 e 3,5 kg.ha-1, foi igual a 70 dias e para 4,2 kg.ha-1 foi superior a esse período. O controle de plantas daninhas resultou na obtenção de ra

  5. Ocorrência de plantas daninhas no cultivo de beterraba com cobertura morta e adubação orgânica Weed occurrence in sugar beet crop under mulching and organic fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A.N Sediyama

    2010-12-01

    Full Text Available A cobertura do solo é prática importante na produção de hortaliças que também auxilia no controle de plantas daninhas. Praticamente, não existem pesquisas para o controle alternativo de plantas daninhas em beterraba, e são poucos os herbicidas indicados para a cultura. Neste trabalho, objetivou-se avaliar o efeito da cobertura do solo com palha de café ou bagaço de cana-de-açúcar e de doses de lodo de lagoa de decantação de águas residuárias de suinocultura na incidência de plantas daninhas e na produtividade de beterraba, cultivar Early Wonder. O experimento foi realizado na Fazenda Experimental da EPAMIG, em Oratórios-MG. Utilizou-se o esquema de parcelas subdivididas no delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. Nas parcelas foram dispostos três tipos de cobertura do solo: bagaço de cana-de-açúcar, palha de café e ausência de cobertura, e nas subparcelas utilizaram-se cinco doses de lodo de lagoa de decantação de águas residuárias de suinocultura (0, 10, 20, 40 e 60 t ha-1. Aos 45 dias após o transplantio (DAT das mudas foi avaliada a população de plantas daninhas, e aos 70 DAT realizou-se a colheita. A palha de café e o bagaço de cana-de-açúcar foram eficazes na redução da massa fresca total das plantas daninhas, devido ao efeito supressor da cobertura morta sobre as dicotiledôneas. Todavia, a massa seca de tiririca aumentou com o uso de palha de café, enquanto a massa seca das outras monocotiledôneas não apresentou diferença entre os três tratamentos. O aumento das doses de lodo promoveu redução linear da massa seca de monocotiledôneas, exceto de tiririca. A cobertura com palha de café proporcionou maior massa unitária de raiz e maior produtividade de raízes comerciais, independentemente das doses de lodo.Soil covering is an important practice in vegetable production, also helping in weed control. There is almost no research involving alternative weed control

  6. Influência da adubação nitrogenada sobre a interferência de plantas daninhas em feijoeiro Period of weed interference in bean with nitrogen fertilizer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Nunes Bressanin

    2013-02-01

    Full Text Available A competição entre plantas daninhas e o feijoeiro, principalmente por nutrientes do meio, é de extrema importância, por seu efeito na perda de produtividade da cultura. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da adubação nitrogenada sobre a extensão do período anterior à interferência (PAI, período total de prevenção à interferência (PTPI e período crítico de prevenção à interferência (PCPI das plantas daninhas na cultura do feijoeiro cultivar 'Rubi'. A semeadura foi realizada no sistema convencional e o ensaio foi instalado em duas áreas simultâneas, tendo, em apenas uma, sido realizada adubação nitrogenada de cobertura. Dentro de cada área foram aplicados 14 tratamentos, que constaram de dois grupos; primeiro: a cultura permaneceu livre de interferência das plantas daninhas, da emergência até 10, 20, 30, 40, 50, 60 e 70 dias; segundo: a cultura permaneceu sob interferência, da semeadura até os mesmos períodos descritos anteriormente. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com quatro repetições. Raphanus raphanistrum apresentou maior importância relativa, nas duas áreas, principalmente pelo acúmulo de matéria seca, seguido de Amaranthus deflexus. Não houve comportamento diferenciado, em relação à diversidade e à equitatividade das populações de plantas daninhas, em resposta à adubação. Na área sem uso de N em cobertura, o PAI ocorreu aos 18 dias após a emergência (DAE da cultura e o PTPI ocorreu até os 24 DAE, resultando em PCPI dos 18 aos 24 DAE; nessa área, houve redução de 58% da produção da cultura. Na área onde foi realizada a adubação nitrogenada de cobertura, o PAI ocorreu aos 38 DAE da cultura e o PTPI ocorreu aos19 DAE; nessa área, houve redução de 56% da produção da cultura. Portanto, a adubação nitrogenada de cobertura aumentou a produtividade da cultura e a favoreceu competitivamente em relação às plantas daninhas

  7. Solarização do solo para o controle de Pythium e plantas daninhas em cultura de crisântemo Soil solarization for Pithium and weed control in chrysanthemum crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. Bettiol

    1994-12-01

    Full Text Available A solarização, durante dois meses, de um solo naturalmente infestado com Pythium, promoveu o controle do patógeno, de modo semelhante à aplicação de metalaxyl + mancozeb, na cultura de crisântemo. A incidência média de plantas mortas foi de 2,3% nas parcelas solarizadas; 1,0% no solo solarizado que recebeu metade da dose dos fungicidas; 9,0% com a aplicação da dose completa dos fungicidas (1 g de metalaxyl + 4,8 g de mancozeb/m² e 38,9%, na testemunha não tratada. A solarização também promoveu o controle de plantas daninhas, avaliado através do peso da matéria seca das plantas emergentes aos 21 dias após o transplante das mudas, semelhantemente ao herbicida oxidiazon.Two months solarization of a soil naturally infested with Pythium sp. promoted a level of control similar to what was obtained with the application of methalaxyl + mancozeb for the chrysanthemum crop. The average rate of dead plants was 9.0% with the application of fungicides (1 g of methalaxyl + 4.8 g of mancozeb/ m²; 2.3% in solarized plots; 1.0% in solarized plots which received half the dosages of the fungicides and 38.9% in control plots. Similar control of weeds was obtained in solarized plots and plots treated with the herbicide oxidiazon.

  8. Cover crop management in the weed control and productive performance in cornManejo de plantas de cobertura no controle de plantas daninhas e desempenho produtivo da cultura do milho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Valério Dutra de Moraes

    2013-05-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar espécies vegetais com potencial alelopático, associados às práticas de manejo e ao uso de herbicida nicosulfuron, no controle de plantas daninhas e nos componentes de produtividade da cultura do milho. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, com quatro repetições. O experimento foi composto por três fatores: espécies de cobertura, manejo das coberturas e aplicação ou não de herbicida nicosulfuron em pós-emergência. As variáveis avaliadas foram: número de plantas daninhas, número de fileiras de grãos, número de grãos por fileira, número de grãos por espiga e produtividade de grãos de milho. A cobertura de azevém, em geral, reduz o número de plantas daninhas emergidas e favorece o desempenho produtivo do milho. O manejo das plantas de cobertura com roçada e retirada da palha reduz a produtividade do milho. A maior produtividade do milho, foi observada com a aplicação de nicosulfuron em pós-emergência, independente da cultura de cobertura ou do manejo adotado. The objective of the study was evaluate the allelopathy of cover species, associated to management practices and use of nicosulfuron herbicide on the productive performance of corn. The experimental design consisted of complete randomized block with four replications. The treatments were: cover species, cover management and application or not of post-emergence herbicide. The variables evaluated were: number of weeds, number of rows kernels, number of kernels rows, number of kernels ear and grain yield of corn. Lolium multiflorum, reduced the number of emerged weeds and provides the best results in productive performance. The management simulated grazing, does not favor the yield of corn. The application of nicosulfuron in post-emergence, along with the allelopathic activity increases the productive performance of corn, regardless of cover crop or soil management.

  9. Interferência de plantas daninhas sobre o crescimento inicial de Coffea arabica Weed effect on the initial growth of Coffea arabica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.M.T. Fialho

    2011-03-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos da interferência de plantas daninhas, em diferentes densidades de infestação, sobre o crescimento de plantas jovens de café arábica. Mudas de café, cultivar Mundo Novo, foram transplantadas, no estádio de quatro a cinco pares de folhas completamente expandidas, para vasos com capacidade de 25 dm³. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em blocos casualizados, em esquema fatorial (4 x 4; o primeiro fator foi composto por espécies de plantas daninhas (Digitaria horizontalis, Brachiaria decumbens, Brachiaria plantaginea e Mucuna aterrima, e o segundo, por densidades dessas espécies (zero, dois, quatro e seis plantas por vaso, com quatro repetições. O plantio das espécies daninhas foi realizado 60 dias após o transplantio do café (0 DAT. Nesta data e no dia do encerramento do experimento, aos 90 DAT, determinaram-se a altura, a área foliar e o diâmetro do caule da planta de café, para cálculo do incremento dessas variáveis. Aos 90 DAT, determinou-se a matéria seca da parte aérea e radicular do café e das plantas daninhas e a densidade radicular do café. Utilizando esses resultados, estimou-se a razão de massa foliar, razão de massa caulinar, razão de massa radicular, razão de área foliar e a razão sistema radicular/parte aérea das plantas de café. A espécie M. aterrima foi a que mais reduziu a taxa de crescimento, a área foliar, a matéria seca do caule e das folhas e o diâmetro do caule do café. Entre as gramíneas, B. plantaginea foi a que mais reduziu a taxa de crescimento, área foliar, diâmetro do caule e densidade radicular do café. Ocorreu relação negativa entre a densidade de plantas daninhas e as variáveis de crescimento e com a razão de massa radicular e razão sistema radicular/parte aérea.The goal of this work was to evaluate the effects of weeds on the growth of young Arabica coffee plants, at different densities of infestation

  10. Acúmulo e partição de nutrientes de cultivares de milho em competição com plantas daninhas Accumulation and partitioning of dry matter and nutrients in maize cultivars in competition with weed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.P. Cury

    2012-06-01

    Full Text Available A competição por nutrientes varia com as espécies envolvidas e pode determinar o sucesso de plantas cultivadas em detrimento das espécies daninhas. Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos da competição entre três cultivares de milho (híbrido DKB 390 YG, variedade AL 25 e híbrido SHS 4080 e seis espécies de plantas daninhas (Bidenspilosa, Cenchrus echinatus, Brachiaria brizantha, Commelina benghalensis, Brachiaria plantaginea e Euphorbia heterophylla no acúmulo e na alocação de nutrientes pelas plantas, determinando-se também o potencial dessas espécies em ciclar nutrientes. O experimento foi realizado em condições controladas de temperatura e umidade, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. O período de convivência entre os cultivares de milho e as plantas daninhas foi de 60 dias após emergência do milho. Os cultivares de milho apresentaram reduzida capacidade de acumular nutrientes quando em competição. O conteúdo relativo das espécies infestantes foi severamente reduzido em função dessa convivência. A capacidade de acumular nutrientes aparentemente não representa vantagem competitiva para as espécies infestantes. O cultivar AL 25 foi o que menos tolerou a competição, e B. brizantha e C. benghalensis foram as espécies com maior capacidade competitiva. B. brizantha e C. echinatus, livre da convivência com o milho, apresentaram elevado potencial em ciclar nutrientes.Competition for nutrients varies with the species involved and can determine the success of plants grown at the expense of weeds. The objective of this study was to evaluate the effects of competition among three cultivars of maize (hybrid DKB 390 YG, variety AL 25, and hybrid SHS 4080 and six weed species (Bidens pilosa, Cenchrus echinatus, Brachiaria brizantha, Commelina benghalensis, Brachiaria plantaginea and Euphorbia heterophylla on the accumulation and allocation of nutrients by plants, also determining the

  11. Controle de plantas daninhas em arroz irrigado em função de doses de herbicidas pré-emergentes e início da irrigação Weed control in irrigated rice as a function of pre-emergence herbicide rates and irrigation start

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Concenço

    2006-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do início da irrigação, associado a doses dos herbicidas penoxsulam e clomazone, no controle de plantas daninhas e rendimento de grãos da cultura do arroz. O experimento foi conduzido em blocos casualizados e parcelas subsubdivididas, com entradas de água (19, 24 e 29 dias após emergência e os herbicidas penoxsulam (18, 36, 54 e 72 g ha-1 e clomazone (300, 400, 500 e 600 g ha-1 aplicados em préemergência da cultura e das plantas daninhas. Os herbicidas penoxsulam, entre 18 e 72 g ha¹, e clomazone, entre 400 e 600 g ha-1, aplicados em pré-emergência na cultura do arroz irrigado, permitiram o início da irrigação até os 29 dias após emergência sem prejuízos no controle de plantas daninhas ou no rendimento de grãos da cultura.The objective of this work was to evaluate the behavior of two herbicides, penoxsulam and clomazone, as a function of rates and times of flooding on weed control and grain yield in rice. The trial was conducted in split-split plots and completely randomized block design, with irrigation start (19, 24 and 29 days after emergence, and two herbicides, penoxsulam (18, 36, 54 and 72 g ha-1 and clomazone (300, 400, 500 and 600 g ha-1 applied in pre-emergence of weeds and rice crop. Penoxsulam, between 18 and 72 g ha-1, and clomazone, between 400 and 600 g ha-1, applied in pre-emergence in rice crop, allowed irrigation start 29 days after emergence (DAE, without reductions in weed control or grain yield.

  12. Emergência de plantas daninhas em solo coberto com palha de cana-de-açúcar Weed emergence in soil covered with sugarcane harvest straw residue

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.M. Correia

    2004-03-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar os efeitos da cobertura do solo, com 0, 5, 10 e 15 t ha-1 de palha de cana-de-açúcar da variedade SP 79 2233, sobre a emergência de seis espécies de plantas daninhas (Brachiaria decumbens, Digitaria horizontalis, Sida spinosa, Ipomoea grandifolia, Ipomoea hederifolia e Ipomoea quamoclit, foi conduzido um experimento em casa de vegetação do Departamento de Fitossanidade da Universidade Estadual Paulista, campus de Jaboticabal, SP. Cada unidade experimental foi constituída por um vaso plástico com 21,50 cm de diâmetro e capacidade para quatro litros de solo. Foram semeados 0,112 g de sementes de D. horizontalis, 2,12 g sementes de I. quamoclit e 50 sementes das demais espécies, por vaso. Foram contabilizadas as plântulas emersas aos 6 e 32 dias após a semeadura (DAS sob a palha e aos 30, 60 e 90 dias após a remoção da palha (DARP. Constatou-se que a cobertura do solo com 5, 10 e 15 t ha-1 de palha de cana inibiu a emergência de plântulas das espécies B. decumbens e S. spinosa, sendo o mesmo observado para D. horizontalis submetida a 10 e 15 t ha-1 de palha. No entanto, para I. grandifolia e I. hederifolia o número de plantas emersas não diferiu entre as quantidades de palha. Por outro lado, a presença da cobertura morta com palha de cana incrementou a emergência de plântulas de I. quamoclit. Não foram verificados, após a remoção da palha, fluxos expressivos na emergência de plântulas das espécies estudadas.An experiment was carried out under greenhouse conditions to study the effects of soil coverage with sugarcane harvest straw residue (0, 5, 10 and 15 ton ha-1 on the emergence of six weed species (Brachiaria decumbens, Digitaria horizontalis, Sida spinosa, Ipomoea grandifolia, Ipomoea hederifolia and Ipomoea quamoclit at the Department of Phytosanitation of Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal-SP, Brazil. Each experimental unit consisted of one plastic pot (diameter = 21.50 cm; total

  13. Métodos de manejo de aveia preta para evitar sua ressurgência como planta daninha em trigo Black oat management methods to avoid its resurgence as weed plant in wheat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Serena Fontaneli

    2009-10-01

    Full Text Available A aveia preta é a cultura de cobertura de inverno importante no sul do Brasil. Entretanto, a aveia preta, do mesmo modo que o azevém anual, é uma planta daninha em culturas comerciais de inverno. Dois experimentos em blocos casualizados foram conduzidos na Embrapa Trigo, em Passo Fundo, Rio Grande do Sul (RS, para estudar métodos de manejo de aveia preta em dois estádios de desenvolvimento, antese e grão leitoso, que evitem a transformação dessa espécie em planta daninha, em trigo cultivado em sucessão com soja. As parcelas tiveram área útil de 60m². Nove métodos de manejo foram estudados: dessecação; rolagem e dessecação; fenação; ensilagem; roçada; trituração; rolagem, mediante uma operação com rolo faca; gradagem; colheita mecânica de grãos. A biomassa média acumulada na antese foi de 5.016kg MS ha-1 e em grão leitoso, de 6.050kg MS ha-1. Durante o verão, a soja não foi afetada pelos métodos de manejo de aveia e teve produtividade média de 2.080kg ha-1. Na safra de inverno do ano seguinte, os métodos de manejo aplicados na antese tiveram produtividade média de grãos de trigo de 2.472kg ha-1, e a densidade de espigas foi de 355 espigas m-2, nas parcelas que foram dessecadas antes da semeadura da cultura de trigo, e 836kg ha-1 e 225 espigas m-2, nas parcelas sem dessecação. Nos manejos aplicados no estádio de grão leitoso, a produtividade média foi de 1.733kg ha-1, com densidade de espigas de 334 espigas m-2. Nas parcelas sem dessecação, a cultura de trigo foi totalmente dominada pelas plantas espontâneas de aveia, resultantes dos métodos de manejo aplicados no inverno anterior. Métodos de manejo da aveia exclusivamente mecânicos, em qualquer estádio de desenvolvimento da cultura, pode transformar essa espécie em planta daninha, nos cultivos de inverno subsequentes. Esse problema é evitado com dessecação até a antese, pois, depois desse estádio, nenhum método de manejo testado foi capaz de

  14. Efeito do eptc + r 25788 em combinação com o diuron no controle de plantas daninhas e seletividade para a cultura da batata-doce Weed control in sweet potato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurílio F. de Oliveira

    1997-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito das doses de EPTC + R 25788 combinadas com doses de diuron no controle de plantas daninhas na cultura de batata-doce, realizou-se um ensaio sob condições de campo num Podzólico Vermelho Amarelo, fase terraço, argiloso, com 3,5 % de matéria orgânica. Foram avaliadas quatro doses de EP TC + R 25 78 8 aplicado em pré-plantio incorporado: 0,0; 1,6; 3,2 e 4,8 kg/ha por quatro doses dediuron : 0,0 ; 0,8 ; 1,2 e 1,6 kg/ha, em quatro repetições. O EPTC + R25788 apresentou bom controle das plantas de tiririca quando aplicado nas maiores doses, principalmente na ausência do diuron. As maiores doses de EPTC + R 25788 aplicadas isoladamente, apresentaram significativos aumentos na população de plantas de folhas largas. As maiores doses de diuron promoveram melhor controle das plantas de folhas largas, na presença das maiores doses de EPTC + R 25788. A combinação das maiores doses dos herbicidas não refletiram em maiores produções. A maior produção de batata-doce ocorreu quando se aplicou 6 L/ha de Eradicane e 1,32 kg/ha de Karmex 800.Four levels of EPTC + R 25788 (0.0; 1.6; 3.2 e 4.8 kg/ha and diuron (0.0; 0.8; 1.2 and 1.6 kg/ha with four replications were evaluated in a fatorial field experiment in a Utisol containg 3.5 % organic matter. Better control of nutsedge was obtained with the highest dosage of EPTC + R 25788, mainly in the absence of diuron. However, when the highest eradicane levels were applied as single treatments there was a marked increase in the broadleaf weed population. The best control of broadleaf weed population was achieved when the highest diuron levels were combined with the highest EPTC + R 25788 levels although this condition have not resulted in highest productions. The greatest sweet potato production was obtained with the combination of 6 1/ha of Eradicane plus 1.32 kg/ha of Karmex 800.

  15. Manejo mecânico e químico da aveia preta e sua influência sobre a taxa de decomposição e o controle de plantas daninhas em semeadura direta de milho Mechanical and chemical management of black oat and its influence on decomposition rate and weed control in no-till of maize

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Augusto G. de Araújo

    2000-01-01

    Full Text Available A formação da cobertura vegetal morta sobre a superfície do solo constitui um dos principais requisitos da semeadura direta devido a seus efeitos alelopáticos e físicos, os quais proporcionam maior eficiência no controle de plantas daninhas. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de seis manejos da aveia preta sobre a taxa de decomposição do vegetal e a incidência de plantas daninhas, visando a formação de cobertura morta para semeadura direta de milho. Os sistemas avaliados foram: dessecação com sulfosate; dessecação seguida da rolagem; rolagem seguida da dessecação; rolagem exclusiva; trituração exclusiva e trituração seguida da dessecação. A eficiência no controle foi avaliada através da cobertura do solo por plantas daninhas aos 35 dias após a semeadura e pelo peso de plantas daninhas na colheita do milho. Houve diferenças significativas entre os manejos quanto à taxa de decomposição da aveia e o controle de plantas daninhas. Entretanto, os tratamentos com taxas diferenciadas de decomposição foram semelhantes em relação à eficiência do controle. Os tratamentos que se diferenciaram quanto ao controle de plantas daninhas foram a dessecação seguida do rolo-faca e o rolo-faca seguida da dessecação. A combinação dos manejos mecânico e químico não trouxe nenhum benefício em relação aos manejos exclusivos e os manejos mecânicos exclusivos foram iguais entre si.A good soil coverture is one of the most important direct seeding requirements because, among others factors, it improves the weed control due to the allelopathical and physical effects. The objective was to evaluate the influence of six management systems of black oat on it's decomposition rate and weed control under direct seeding of maize. The management systems evaluated were herbicide (sulfosate; herbicide before knife roller; knife roller before herbicide; knife roller; rotary shredders and rotary shredders before herbicide. The

  16. Effect of cowpea intercropping on weed control and corn yieid Efeito da consorciação do feijão-caupi no controle de plantas daninhas e no rendimento do milho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.S.L. Silva

    2009-01-01

    daninhas, mas, além de caros, têm causado o surgimento de biótipos de plantas daninhas a eles resistentes e se tornado fator de contaminação ambiental. A redução do uso de herbicidas é um dos objetivos da agricultura moderna, e várias alternativas estão sendo investigadas, incluindo a consorciação. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da consorciação de cultivares de feijão-caupi com cultivares de milho sobre o controle de plantas daninhas e os rendimentos de espigas verdes (espigas imaturas com grãos com teor de umidade de 80% e de grãos do milho. Utilizou-se o delineamento de blocos casualizados com parcelas subdivididas e quatro repetições. Os cultivares de milho AG 1051, AG 2060 e PL 6880 (atribuídos às parcelas foram submetidos a quatro tratamentos: sem capina, duas capinas (aos 22 e 41 dias após a semeadura e milho consorciado com feijão-caupi (cultivares BR 14 e IPA 206, com crescimento indeterminado. O feijão-caupi foi semeado (por ocasião da semeadura do milho entre as fileiras do milho, em covas distanciadas de 1,0 m, com duas plantas/cova. Os cultivares de milho não diferiram entre si quanto à densidade e biomassa fresca da parte aérea de plantas daninhas, bem como quanto aos rendimentos de espigas verdes e grãos. As médias mais elevadas da densidade e da biomassa de plantas daninhas foram encontradas em subparcelas sem controle de plantas daninhas (sem capinas; as menores médias, em subparcelas com controle de plantas daninhas (duas capinas; e as médias intermediárias, nas subparcelas consorciadas, indicando que os cultivares de feijão-caupi exerceram, em certa extensão, controle das plantas daninhas. As subparcelas sem controle de plantas daninhas e as subparcelas consorciadas apresentaram os menores rendimentos de espigas verdes e grãos. Embora os cultivares de feijão-caupi tenham tido certo controle sobre as plantas daninhas (reduções médias de 22,5 e de 18,3%, em termos de densidade e peso da mat

  17. Plantas daninhas hospedeiras alternativas de Colletotrichum guaranicola em cultivos de guaraná no Estado do Amazonas Alternative host weeds of Colletotrichum guaranicola in guarana crops in the State Amazonas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.J. Miléo

    2007-12-01

    Full Text Available As plantas daninhas reduzem a produção de sementes de guaraná e podem hospedar microrganismos patogênicos, tornando-se potenciais fontes de inóculo. Este trabalho identificou espécies de plantas daninhas colonizadas pelo fungo Colletotrichum guaranicola em cultivos de guaranazeiro em quatro municípios do Estado do Amazonas. As plantas daninhas foram identificadas e a presença do fungo foi verificada por meio de isolamentos feitos a partir de fragmentos de folhas lesionadas. As espécies colonizadas por C. guaranicola foram Bidens bipinnata, Chloris sp., Clidemia capitellata, Cyperus flavus, Elephantopus scaber, Euphorbia brasiliensis, Hemidiodia sp., Hyptis lantanifolia, Paspalum conjugatum, Physalis angulata e Synedrella nodiflora, as quais podem representar uma fonte de inóculo do patógeno, além das plantas de guaraná. A diversidade de plantas daninhas, em cultivos de guaranazeiro, reforça a importância de estabelecer práticas de manejo dessas plantas, principalmente em Maués, onde ocorreu maior colonização das espécies de plantas daninhas pelo fungo.Weed infestation may reduce grain guarana crops yield and host plant pathogens becoming potential inoculum sources. This research identified weed species colonized by the fungus Colletotrichum guaranicola in the guarana crop in four counties in the state of Amazon. The weeds were identified fungi presence was observed by isolation from leaf fragments of leaves injured by the fungi. The weed species colonized by Colletotrichum guaranicola were Bidens bipinnata, Chloris sp., Clidemia capitellata, Cyperus flavus, Elephantopus scaber, Euphorbia brasiliensis, Hemidiodia sp., Hyptis lantanifolia, Paspalum conjugatum, Physalis angulata and Synedrella nodiflora,that may represent a strong potential of plant pathogen inoculum, along with the guarana plants. Weed diversity in guarana crop shows the importance of establishing management practices to control these weeds, mainly in the Maues

  18. Weeds occurrence and importance under distinct intercropping systems Ocorrência e importância de plantas daninhas sob sistemas de consorciação de cultivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G Concenço

    2011-12-01

    Full Text Available Intercropping systems involving corn are often subjected to stress caused by weeds, which usually result in 30-70 per cent yield loss when no control practice is applied. This study aimed to assess the composition of weed communities due to soil coverage, at neighboring areas submitted to distinct soil managements. The soil was collected at field and the study was conducted under a greenhouse in three steps: (1 weeds composition and importance within each treatment; (2 comparison between treatments (distinct crop and intercropping managements; (3 infestation in the area as a whole. The weed composition in the short term is influenced by the management of the area, but this shift requires some more years to be reflected at the soil seed bank. Some weed species occur in high densities and even this way they may not be the most serious weed species present in a given field. Just a few species are adapted to a given system of management in a level enough to be a troublesome weed. Areas differed in relation to weed infestation as a function of management adopted and number of years the new management was applied.Sistemas de consórcios de cultivos envolvendo o cultivo do milho podem ser afetados pela infestação de plantas daninhas, que podem causar entre 30 e 70% de redução na produtividade caso práticas de controle destas espécies não sejam adotadas. Objetivou-se com este estudo avaliar a composição florística em função da cobertura do solo, em áreas adjacentes submetidas a manejos distintos. Amostras de solo em cada área foram coletadas e levadas a casa de vegetação, onde o ensaio foi instalado e avaliado em três etapas: (1 composição florística e importância de cada espécie em cada tratamento; (2 comparação entre tratamentos (distintos manejos de consórcios; (3 infestação da área como um todo. A composição florística de curto prazo é influenciada pelo manejo da área, mas esta alteração necessita de alguns anos

  19. Teores de macro e micronutrientes e a relação c/n de várias espécies de plantas daninhas Contents of macronutrients and micronutrients and CN relation of several weed species

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano S. Souza

    1999-04-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi determinar os teores de nutrientes (N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Zn, Fe e Mn e a relação C/N, presentes na matéria seca da parte aérea das seguintes espécies de plantas daninhas: Ageratum conyzoides L., Amaranthus lividus L., Bidens pilosa L., Brachiaria decumbens Stapf., Brachiaria plantaginea (Link Hitchc., Senna occidentalis (L. Link., Commelina benghalensis L., Cyperus rotundus L., Digitaria horizontalis Willd., Euphorbia heterophylla L., Indigofera truxillensis H.B.K., Ipomoea acuminata Roem. et Schult, Panicum maximum Jacq., Raphanus raphanistrum L., Rhynchelytrum repens (Willd. C.E. Hubb., Richardia brasiliensis Gomez e Sida cordifolia L. Os teores de macronutrientes obtidos da matéria seca das plantas daninhas, foram maiores em geral nas dicotiledôneas. Em relação às monocotiledôneas não houve um padrão de comportamento para os micronutrientes. Entretanto, o teores de carbono foram, em média, superiores para todas as monocotiledôneas, sendo que as dicotiledôneas apresentaram relações C/N menores do que as monocotiledôneas.The aim of this work was to determine nutrient contents (N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Zn, Fe and Mn as well as the CN relation found in the dry matter of the aerial parts of the following weeds: Ageratum conyzoides L., Amaranthus lividus L., Bidens pilosa L., Brachiaria decumbens Stapf., Brachiaria plantaginea (Link Hitchc., Senna occidentalis (L. Link., Commelina benghalensis L., Cyperus rotundus L., Digitaria horizontalis Willd., Euphorbia heterophylla L., Indigofera truxillensis H.B.K., Ipomoea acuminata Roem. et Schult, Panicum maximum Jacq., Raphanus raphanistrum L., Rhynchelytrum repens (Willd. C.E. Hubb., Richardia brasiliensis Gomez e Sida cordifolia L. Macronutrient contents got from weeds dry matter were higher in the dycotiledons.Concerning monocotyledons there were no standard of behaviour for micronutrients. However, carbon contents were superior to all

  20. Levantamento fitossociológico de plantas daninhas em calçadas do município de Paraguaçu Paulista-SP Phytosociological assessment of weeds on Paraguaçu Paulista-SP sidewalks

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.D.G. Maciel

    2010-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as comunidades de plantas daninhas que ocorrem nas calçadas do município de Paraguaçu Paulista-SP, foi realizado um levantamento fitossociológico considerando três possíveis posicionamentos de ocorrência da infestação em calçadas. As plantas daninhas foram identificadas e quantificadas em todos os principais bairros do município, sendo subdivididos 180 pontos de amostragem em faixas posicionadas nas regiões: guia da calçada, centro da calçada e beiral do muro. No levantamento, foram identificadas 11 famílias e 21 espécies; as famílias Poaceae, Asteraceae, Euphorbiaceae e Amaranthaceae foram as que registraram os maiores números e frequências de espécies, nas três posições das calçadas. Os maiores índices de valor de importância (IVI das espécies identificadas na guia e no centro da calçada foram, respectivamente: Eragrotis pilosa (50,3 e 56,6, Chamaesyce prostrata (48,2 e 57,6 e Chamaesyce hirta (30,3 e 36,4; e para o beiral do muro: C. prostrata (60,6, Phyllanthus tenellus (44,3 e C. hirta (36,2.A phytosociological assessment was carried out to identify weed communities occurring on the sidewalks of Paraguacu Paulista-SP, considering three possible types of weed infestation on sidewalks. Weeds were identified and quantified in all the main neighborhoods of this municipal district, being subdivided into 180 sampling points in strips positioned on the curb line of the sidewalk, the center of the sidewalk and the edge of the wall. Eleven families and 21 species were identified with the Poaceae, Asteraceae, Euphorbiaceae and Amaranthaceae families registering the highest numbers and frequencies of species in the three side walk positions. The highest importance value indices (IVI for the species identified in the curb lineand center of the sidewalk were: Eragrotis pilosa (50.3 and 56.6, Chamaesyce prostrata (48.2 and 57.6 and Chamaesyce hirta (30.3 and 36.4; for the edge of the wall, the

  1. EFFECT OF DIFFERENT MULCHES ON THE CONTROL OF UNWISHED PLANTS IN MAIZE CROP (Zea mays EFEITO DE DIVERSAS ESPÉCIES DE COBERTURA MORTA SOBRE O CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS DA CULTURA DO MILHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério de Araújo Almeida

    2007-09-01

    ;">KEY-WORDS: Mulches; uwished plants; maize crop.

    Pesquisas em diversos países sul-americanos apontam o plantio direto para pequenos produtores como responsável por melhor conservação do solo e água, menores custos de produção e maiores rendimentos, melhorando o nível de vida dos produtores e propiciando sua permanência no meio rural. Os tratamentos normalmente incluem a aplicação de herbicidas e considera-se um desafio à pesquisa encontrar sistemas que viabilizem o plantio direto sem uso, ou com uso reduzido, de herbicidas. Objetivando avaliar os efeitos de diferentes coberturas mortas sobre o controle de plantas indesejáveis na cultura do milho (Zea mays, conduziu-se o presente trabalho, cujos tratamentos foram constituídos pelo cultivo de áreas de cem metros quadrados com as seguintes plantas: crotalária (Crotalaria juncea, milheto (Pennisetum americanum e girassol (Helianthus annus L., cultivares Stanzuela e V 2000. A semeadura foi efetuada na segunda quinzena do mês de abril e, decorridos sessenta dias, foi feito o plantio direto do milho, com matraca. Imediatamente após, as plantas constantes nas parcelas foram cortadas manualmente, constituindo-se em cobertura morta. Fez-se adubação de acordo com a análise do solo e a população adotada foi de 60.000 plantas por hectare. Não houve controle de plantas daninhas. Por ocasião do florescimento do milho, coletaram-se as plantas daninhas presentes nas parcelas, mediante amostragens de 1 m² (duas repetições. O material foi seco até peso constante. A análise estat

  2. Weed control via intercropping with gliricidia: II. corn crop Controle de plantas daninhas por meio da consorciação com gliricídia: II. cultura do milho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.S.L. Silva

    2009-03-01

    ão tem efeito alelopático sobre o milho ou feijão, mas diminui significativamente a população de algumas espécies de plantas daninhas. O objetivo deste estudo foi avaliar os rendimentos de espigas verdes e de grãos de cultivares de milho, em resposta ao controle de plantas daninhas, por meio da consorciação com gliricídia. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com parcelas subdivididas e cinco repetições. Os cultivares 1051, AG 2060, BRS 2020 e PL 6880 (atribuídos às parcelas foram submetidos aos seguintes tratamentos: sem capina, duas capinas (realizadas aos 20 e 40 dias após a semeadura e consorciação com gliricídia. Esta planta foi cultivada em um sistema de transplantio, para garantir germinação uniforme e rápido estabelecimento no campo. A semeadura foi feita em bandejas de 200 células, com uma semente por célula (volume de 35 mL. As plantas emergiram dois a três dias após a semeadura e foram transplantadas para o local definitivo dois a três dias após a emergência. O milho foi semeado no mesmo dia em que a gliricídia foi transplantada. Dezesseis espécies de plantas daninhas ocorreram em diferentes frequências, com distribuição desuniforme na área experimental. Os cultivares AG 1051 e AG 2060 foram os melhores quanto à maioria das características avaliadoras do rendimento de milho verde. O cultivar AG 1051 foi o melhor quanto ao rendimento de grãos. Os maiores rendimentos de espigas verdes e de grãos foram obtidos com duas capinas. Todavia, o fato de as parcelas consorciadas terem apresentado médias intermediárias às médias das parcelas não-capinadas e capinadas - em algumas características avaliadoras do rendimento de espigas verdes e no rendimento de grãos - indica que a gliricídia foi benéfica ao milho e exerceu certo controle sobre as plantas daninhas.

  3. Reflectance indices as a diagnostic tool for weed control performed by multipurpose equipment in precision agriculture Indices de reflectância como ferramenta de diagnóstico para o controle de plantas daninhas através de equipamentos de uso múltiplo em agricultura de precisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Merotto JR.

    2012-06-01

    ção à sua utilização mais comum - que é a fertilização de culturas - pode significar um uso múltiplo desses sensores e resultar na maior otimização das ferramentas empregadas na agricultura de precisão. O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação de índices de reflectância das plantas daninhas obtidos com o sensor GreenseekerTM com parâmetros indicadores da competição interespecífca, de forma a viabilizara adoção da agricultura de precisão para o controle de plantas daninhas. Foram realizados dois experimentos com as culturas de soja e milho, em que foi estabelecido um gradiente de infestação de plantas daninhas através da utilização de herbicidas aplicados em pré e pós-emergência. A quantificação das plantas daninhas foi feita por meio do índice de vegetação por diferença normalizada (NDVI, e a relação entre a reflectância no vermelho e no infravermelho próximo (Red/NIR obtidos através do sensor GreenseekerTM, do controle visual, da massa seca da parte aérea e de fotografias digitais, que resultaram em informações sobre a proporção de cobertura de área foliar das plantas daninhas e de palha. A cobertura vegetal obtida por fotografia digital foi altamente associada com o NDVI (r = 0,78 e Red/NIR (r = 0,66. A massa seca das plantas daninhas teve razoável correlação com o NDVI obtido em 1 m linear (r = 61. Os resultados indicaram que o sensor GreenseekerTM, originalmente utilizado para determinação da fertilização em culturas, também pode ser empregado na obtenção dos índices de reflectância da vegetação existente na entrelinha das culturas e utilizado para a tomada de decisão sobre a necessidade de controle de plantas daninhas.

  4. Effect of Serjania lethalis ethanolic extract on weed control Efeito do extrato etanólico de Serjania lethalis no controle de plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.U. Grisi

    2013-06-01

    ção. Verificou-se que a redução do crescimento radicular das plântulas de amendoim-bravo pode estar relacionada com a diminuição no alongamento das células do metaxilema. A fitotoxicidade dos extratos variou de acordo com a espécie receptora, sendo que para algumas variáveis o efeito inibitório foi similar e até mesmo superior ao do herbicida comercial. Desta maneira, pode-se dizer que os extratos de S. lethalis podem ser uma alternativa promissora para o manejo sustentável de plantas daninhas.

  5. Densidades de plantas daninhas e épocas de controle sobre os componentes de produção da soja Effect of weed densities and control periods on soybean yield components

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.F. Silva

    2008-03-01

    Full Text Available Este trabalho foi conduzido com o objetivo de determinar os efeitos de diferentes densidades de plantas daninhas sobre os componentes de rendimento da soja, cv. BRS 243-RR. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, sendo os tratamentos constituídos pela combinação entre dez períodos crescentes de convivência das plantas daninhas com a cultura (0, 0-5, 0-10, 0-15, 0-21, 0-28, 0-35, 0-42, 0-49 e 0-125 dias e três níveis de infestação (baixa, média e alta. Na área de baixa infestação, a comunidade infestante foi composta principalmente por Brachiaria plantaginea, Ipomoea nil, Euphorbia heterophylla e outras. Nas áreas de média e alta infestação destacaram-se Brachiaria plantaginea, Ipomoea nil, Digitaria horizontalis, Cyperus rotundus e outras. B. plantaginea foi responsável pelo maior acúmulo de fitomassa seca em todos os níveis de infestação. Com relação aos componentes de produção, o número de vagens por planta foi o mais afetado pela competição, com reduções de até 58% na área de baixa infestação, 71% na de média infestação e 78% na de alta infestação. O número de sementes por vagens e peso de mil grãos se mostraram menos responsivos aos efeitos de competição; contudo, houve redução desses parâmetros, indicando relação entre o período de convivência e nível de infestação e os componentes de produção da soja.This work aimed to evaluate the effects of different weed densities on the yield components of soybean grain, cv. BRS 243 RR. The experimental design was arranged in completely randomized blocks, and the treatments consisted of increasing periods of control and three weed densities (low, medium and high. The initial periods of control were: 0, 0-5, 0-10, 0-15, 0-21, 0-28, 0-35, 0-42, 0-49 and 0-125 (harvesting. In low infestation areas, the weed community was composed mainly of Brachiaria plantaginea, Ipomoea nil, Euphorbia heterophylla and others. In medium and high

  6. Perspectives for using light quality knowledge as an advanced ecophysiological weed management tool Perspectivas da utilização da qualidade da luz como uma avançada ferramenta ecofisiológica para o manejo de plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Merotto Jr.

    2009-06-01

    interference ability. Knowledge on light quality-elicited responses represents a new possibility to understand the underlying biology of interspecific interference, and could be used in the development of new weed management technologies.O atual conhecimento sobre os efeitos da qualidade da luz representa uma nova era da compreensão dos processos envolvidos na percepção e ajuste das plantas em função dos recursos disponíveis no ambiente. As consequências mais importantes da diminuição da qualidade de luz, que se relaciona principalmente com a diminuição da relação vermelho/vermelho-extremo, que ocorrem nas interações entre culturas e plantas daninhas são o aumento da estatura e da relação parte aérea/raiz. Essas alterações são tentativas de antecipar os efeitos da concorrência futura por quantidade de luz, água ou nutrientes. Embora vários conhecimentos básicos relacionados com a qualidade da luz tenham sido desenvolvidos há muito tempo, poucas aplicações da sinalização fotomorfogênica têm sido implementadas em processos relacionados com a agricultura e, principalmente, com o manejo de plantas daninhas. Os objetivos deste trabalho foram: descrever a diminuição da qualidade da luz como um fator desencadeante da competição interespecífica; analisar como a qualidade da luz pode ser usada para predizer o início da interferência das plantas daninhas; reavaliar os períodos críticos de interferência; e discutir o potencial de desenvolvimento de cultivares mais competitivas com as plantas daninhas. O conhecimento dos fatores envolvidos na qualidade da luz pode ser utilizado para identificação de uma relação da radiação vermelho/vermelho-distante que indique o início da competição interespecífica e possa ser usada com um nível de dano referencial, indicando quando o controle das plantas daninhas deve ser iniciado. Os efeitos da baixa qualidade de luz podem limitar o desenvolvimento das culturas, sobretudo em situações de lavouras

  7. Phytosociology and morphological characteristics of weeds after corn cropping on conventional till in the savanna of Roraima = Fitossociologia e características morfológicas de plantas daninhas após cultivo de milho em plantio convencional no cerrado de Roraima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José de Anchieta Alves Albuquerque

    2013-12-01

    quatro meses após a colheita, durante os meses de maio a junho de 2010. Para amostragem, utilizou-se quadrado de ferro, 0,50 x 0,50 m, lançado aleatoriamente oito vezes na área experimental (45 m2 . As plantas daninhas foram identificadas e quantificadas por meio do somatório das amostras obtidas pelo lançamento do quadrado. As variáveis avaliadas compreenderam: frequência, densidade, abundância, frequência relativa, densidade relativa, abundância relativa e índice de valor de importância das espécies. Foram, ainda, descritas as classes botânicas, famílias, espécies, tipo de propagação, ciclo de vida e hábito de crescimento. Na área experimental foram identificadas dezenove espécies de plantas daninhas, divididas em nove famílias botânicas, sendo as Fabaceae e Poaceae com maiores ocorrências. Das espécies de plantas daninhas, um percentual de 63,15% pertencem a classe botânica das Dicotiledôneas. A Sida rhombifolia foi à única espécie que foi encontrada em todas as coletas amostrais e Cenchrus echinatus foi a espécie mais abundante. As espécies que apresentaram maior índice de valor de importância, foram: Cenchrus echinatus, Sida rhombifolia, Digitaria sanguinalis e Cyperus rotundus.

  8. Picão-preto: uma planta daninha especial em solos tropicais Black jack: a special weed in tropical soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.B Santos

    2011-01-01

    Full Text Available Bidens pilosa está presente em praticamente todo o território brasileiro, além de vários outros habitats tropicais. Entre as características presentes na planta, a abundante e longa produção de propágulos, o fotoblastismo preferencial, o uso eficiente da água, a elevada extração e utilização de nutrientes, bem como características morfofisiológicas específicas, conferem vantagem na competição com as principais culturas anuais e perenes. Devido à plasticidade e flexibilidade adaptativa de B. pilosa e às interações de suas características na determinação da competitividade desse vegetal, torna-se difícil identificar aquelas que realmente se associam com elevada capacidade competitiva e que possuam maior expressividade. Dentro da espécie ocorrem biótipos resistentes a determinados herbicidas, o que dificulta seu controle nas áreas agrícolas. O uso de outros métodos de manejo também possui entraves, devido à ampla variação do fluxo de disseminação, germinação e emergência de propágulos e, ainda, às associações benéficas dessa espécie com microrganismos presentes no solo. Embora seja dotada de características que a tornam infestante agressiva nas áreas agrícolas, este trabalho reporta alguns mecanismos que podem ser usados para o manejo integrado da espécie. Além disso, B. pilosa apresenta propriedades medicinais, sendo necessário o aprofundamento científico para usufruto de seus benefícios.Bidens pilosa occurs in practically all the Brazilian territory, besides several other tropical habitats. This plant's most advantageous aspects in the competition with major annual and perennial cultivars are its abundant and long propagule production, preferential photo-blastism, water use efficiency, high nutrient extraction and use, and morphophysiological characteristics. Due to B. pilosas plasticity and adaptative flexibility, as well as interaction of the characteristics determining its competitiveness

  9. Efeito da presença das plantas daninhas no microclima da cultura da cevada Effects of the weeds on water consumption and the microclimate in a field of barley

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Roberto P. de Souza

    1997-01-01

    Full Text Available Um experimento foi realizado com cevada (Hordeum vulgare L. em condições de campo, com o objetivo de avaliar , durante um período de estiagem (82 e 89 dia após a emergência da cevada, o microclima formado pela cultura mantida na presença ou ausência de plantas daninhas desde o início do ciclo. Foram avaliados o teor de água do solo, umidade relativa, temperatura, tensão de vapor d'água, déficit de saturação de vapor d'água, potencial água e teor de água do ar nos períodos da s 8: 30 às 9:00, 11:30 às 12:00, 14:30 às 15:00 e 17:30 às 18:00 horas a 0,0m, 0,10m, 0,20m, 0,30m, 0,40m, 0,50m, 0,60m e 0,70m de altura na entrelinha da cultura. A presença das plantas daninhas na cultura durante o período de estiagem contribuiu para reduzir as perdas de água do solo para a atmosfera. Nos três primeiros períodos do dia e nas áreas mais próximas do solo, a cultura mantida no mato os menores valores de temperatura e déficit de saturação de vapor d'água do ar, e os maiores valores de umidade relativa, tensão de vapor d'água, potencial água e teor de água do ar, que proporcionaram redução do consumo de água do solo.The objective of this research was to evaluateth e effects of the weeds on water consumption and the microclimate in a field of barley (Hordeum vulgare L., during a drought period. It were evaluated the soil water contents, relative humidity, temperature, water vapor tension, water vapor saturation deficit, water potential, water content in the air at different times (8:30 to 9:00, 11:30 to 12:00, 14:30 to 15:00 and 17:30 to 17:00 and heights (0.0; 0.10; 0.20; 0.30; 0.40; 0.50; 0.60 and 0.70m. The weeds, at high population densities increased the water content in the air, the water vapor tension, the water potential and the relative humidity and decreased the temperature, the saturation déficit and the air movement in the plots. The highest water contents in the soil were observed in highly infested areas

  10. Germinação de sementes de plantas daninhas de pastagens cultivadas: Mimosa pudica e Ipomoea asarifolia Seed germination of weeds from cultivated pasture areas: Mimosa pudica and Ipomoea asarifolia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.P.S. Souza Filho

    2001-04-01

    Full Text Available Malícia (Mimosa pudica e salsa (Ipomoea asarifolia são importantes plantas daninhas que infestam áreas de pastagens cultivadas da região amazônica brasileira. Neste trabalho foram analisados os efeitos de fatores relacionados ao solo e clima na variação da germinação (percentual e índice de velocidade de germinação - IVG de sementes dessas espécies. A germinação foi monitorada em um período de 15 dias, com contagens diárias e eliminação das sementes germinadas. Os resultados mostraram que os fatores de solo alumínio, pH, cálcio e magnésio não influenciam a germinação das duas espécies de plantas daninhas. A germinação das sementes de malícia e salsa pode ocorrer tanto na presença como na ausência de luz. A temperatura ótima de germinação (percentual e IVG para ambas as espécies foi de 30 ºC contínua e 25-35 ºC alternada, embora as sementes de malícia tenham germinado satisfatoriamente em temperaturas contínuas superiores e inferiores a 30 ºC e em todas as combinações de temperaturas alternadas. Comparativamente, o índice de velocidade de germinação (IVG foi mais sensível aos efeitos da temperatura do que o percentual de germinação. Ambas as espécies responderam negativamente ao aumento da salinidade, sendo a espécie malícia mais tolerante ao sal do que a salsa.Mimosa pudica and Ipomoea asarifolia are important weeds of cultivated pasture in the Brazilian Amazon Region. This research analyzes the effects of the change in soil and climate factors on the germination (percentage and germination speed index of these species. Germination was monitored for a 15-day period, with daily counting and elimination of the germinated seeds. The results showed that soil factors such as aluminum, pH, calcium, and magnesium did not influence the germination of the two weed species. The germination of both M. pudica and I. asarifolia is independent of light exposure. Optimum germination (percentage and

  11. Controle de plantas daninhas em soja com doses reduzidas de herbicidas Soybean weed control with reduced rates of herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilson G. Fleck

    1995-01-01

    Full Text Available doses reduzidas dos herbicidas haloxyfop-methyl e sethoxydim para controlar papuã [Brachiaria plantaginea (Link Hitchc.] na cultura da soja [Glycine max (L. Merrill. Haloxyfop-methyl foi testado nas doses de 120, 90, 60 e 30+30 g/ha; já sethoxydim o foi nas doses de 220, 165, 110 e 55+55 g/ha. A pulverização dos herbicidas ocorreu 15 dias após a semeadura da soja; nesta ocasião, a maioria das plantas de papuã encontravam-se no estádio de três a quatro folhas. Os tratamentos herbicidas com doses reduzidas em aplicações seqüenciais, tiveram a segunda pulverização realizada 11 dias após a primeira aplicação. Foi obtido controle ao redor de 95% para todos os tratamentos, com pequenas variações não significativas. O rendimento de grãos de soja foi equivalente entre a testemunha capinada e os tratamentos haloxyfop-methyl a 90 e 60 g/ha, sethoxydim a 220, 110 e 55+55 g/ha. Os demais tratamentos foram semelhantes entre si, superando a testemunha infestada, a qual apresentou o menor rendimento de grãos. Os resultados evidenciam a viabilidade da utilização de doses reduzidas, as quais podem alcançar patamares de produtividade tão elevados quanto aqueles obtidos com doses plenas.During the 1993/94 growing season, it was carried out a field experiment at the Agronomic Experimental Station of Federal University of Rio Grande do Sul, in Eldorado do Sul, RS, Brazil, in order to evaluate the possibility of using reduced rates of the herbicides haloxyfop-methyl and sethoxydim for Alexandergrass [Brachiaria plafitaginea (Link Hitchc.] control in soybeans. Haloxyfop-methyl was tested at 120, 90, 60, and 30+30 g/ha, where as sethoxydim was at rates, of 220, 165, 110, and 55+55 g/ha. Herbicide spraying occurred 15 days after soybean sowing; at this time Alexandergrass plants ranged from one leaf to one tiller. Herbicide treatments using reduced rates in sequential applications had the second spraying accomplished 11 days after the first one

  12. Plantas daninhas em pastagens de várzeas no Estado de Minas Gerais Meadow holm pasture weeds in fields in the State of Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.F.R. Lara

    2003-04-01

    Full Text Available O controle das plantas daninhas pode onerar os custos da produção agropecuária e causar danos ao meio ambiente. Com o objetivo de conhecer a flora infestante que ocorre em pastagens formadas nas várzeas que margeiam o Rio São Francisco, foi realizado um estudo, no período de maio de 1997 a abril de 1999, nos municípios de Iguatama, Bom Despacho, Luz, Martinho Campos, Pompéu e Abaeté, localizados no Estado de Minas Gerais, Brasil. Cem amostras de 0,50 x 0,50 cm foram coletadas em cada local, a partir das quais foram calculados os parâmetros freqüência, densidade, abundância, índice de valor de importância de cada espécie e índice de similaridade entre as áreas. Ao todo foram identificadas 110 espécies de plantas daninhas invasoras, pertencentes a 29 famílias, sendo Asteraceae a que apresentou maior número de espécies em todos os locais. As espécies mais importantes foram: Vernonia polyanthes, em Iguatama (IVI = 69,32; Corchorus hirtus, em Bom Despacho (IVI = 54,87; Echinochloa cruz-galli, em Pompéu (IVI = 42,27; Ipomoea grandifolia, em Martinho Campos (IVI = 39,13; Hypenia densiflora, em Abaeté (IVI = 33,46; e Sida rhombifolia, em Luz (IVI = 28,41. O índice de similaridade calculado entre as áreas foi baixo.Weed control can raise production costs in agriculture, causing damages to the environment. This study was carried out to investigate the weed populations occurring in pasture of six counties located along the São Francisco River, Minas Gerais, Brazil, from May 1997 to April 1999, in Iguatama, Bom Despacho, Luz, Martinho Campos, Pompéu and Abaeté. One hundred samples of 0.50 m x 0.50 m from each site were used to calculate frequency, density, abundance, value of importance of each species and the similarity index among the sites. A total of 110 weed species were identified, from 29 botanical families, with the Asteraceae being the family with the greatest number of species in all the sites. The most important

  13. Competição entre soja resistente ao glyphosate e plantas daninhas em solo compactado Competition between glyphosate resistant soybean and weeds in compacted soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.B. Santos

    2008-03-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar a competição entre a soja (var. BRS 243 RR e as plantas daninhas Bidens pilosa e Brachiaria brizantha, em diferentes níveis de compactação do solo. Para isso, foram confeccionadas colunas de PVC (10 cm de diâmetro com três anéis: superior (com 5 cm de altura e densidade de 1,2 kg dm-3, intermediário (com 10 cm de altura e densidade variando entre 1,0 e 1,6 kg dm-3, conforme tratamento e inferior (com 10 cm de altura e densidade de 1,2 kg dm-3. Sobre as colunas foram realizados cinco cultivos: soja, B. pilosa, B. brizantha, soja e B. pilosa e soja e B. brizantha, em esquema fatorial com as densidades, perfazendo um total de 20 tratamentos. Aos 30 dias após emergência da soja, foram avaliadas a altura, a massa seca de folhas, de caule e de raízes (em cada anel, separadamente, a área foliar e a área foliar específica. Observou-se que B. brizantha foi mais competitiva que B. pilosa; contudo, esta última possui maior capacidade de exploração radicular em solos com maior nível de compactação, indicando maior adaptabilidade a condições como déficit hídrico e escassez de nutrientes. Considerando a capacidade competitiva da soja sobre as plantas daninhas, maiores níveis de compactação favorecem a cultura, em relação a B. pilosa.This work aimed to evaluate competition between soybean (BRS 243 RR and the weeds Bidens pilosa and Brachiaria brizantha, in soil with simulated compactation. Thus columns of PVC tubes (10 cm of diameter were made with three rings (superior (5 cm high and 1.2 kg dm-3 density; intermediate (10 cm high and around 1.0 and 1.6 kg dm-3 density and inferior (10 cm high and 1.2 kg dm-3 density. Five crops, soybean, B. pilosa, B. brizantha, soybean and B. pilosa, and soybean and B. brizantha, were cultivated on the columns in a factorial scheme with the densities, totaling 20 treatments. At 30 days after soybean emergence, height leaf, stem and root dry matter, leaf area

  14. Banco de sementes de plantas daninhas em solo cultivado com pastagens de Brachiaria brizantha e Brachiaria humidicola de diferentes idades Weed seed bank in soil cultivated with pasture of Brachiaria brizantha and Brachiaria humidicola of different ages

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.S.M. Silva

    2001-08-01

    Full Text Available Estudou-se o banco de sementes do solo de uma pastagem de Brachiaria brizantha com 4 anos de idade e de pastagens de Brachiaria humidicola com 4, 15 e 20 anos de idade, localizadas no nordeste do Estado do Pará. Objetivou-se avaliar a influência da espécie forrageira e da idade da pastagem no tamanho e na composição do banco de sementes de plantas daninhas do solo. Cada pastagem foi dividida em cinco áreas de aproximadamente 500 m², sendo retiradas, de cada área, 10 subamostras de solo na profundidade de 0-10 cm. Cada amostra composta das 10 subamostras de solo foi homogeneizada, identificada, distribuída em bandeja de plástico e levada para germinar em casa de vegetação durante um período de 15 meses. O banco de sementes do solo da pastagem de B. brizantha foi em torno de 10 vezes menor que o da pastagem de B. humidicola de mesma idade. Com relação ao efeito da idade da pastagem, entre as pastagens de B. humidicola, o banco de sementes foi menor naquela de 20 anos de idade (1.247 sementes m-2, não tendo sido detectada diferença significativa entre as pastagens de 15 (11.602 sementes m-2 e 4 (9.486 sementes m-2 anos de idade. As famílias botânicas Cyperaceae, Rubiaceae e Labiateae foram as de maior predominância entre as plantas daninhas infestantes da área, em todos os tratamentos estudados.The objective of this work was to study the soil seed bank of a four-year-old Brachiaria brizantha pasture soil, and in pasture soils of four, 15 and 20 year-old Brachiaria humidicola, in northeastern Pará, Brazil, to evaluate the influence of the forage species and pasture age on weed seed bank size and composition. Each pasture area was divided into five plots of about 500 m², from which 10 soil sub-samples were collected at a depth of 0-10 cm. The soil from each plot was mixed, identified, placed in plastic trays, and put to germinate in a greenhouse during a 15-month period. The seed bank of the four-year-old B. brizantha pasture

  15. Levantamento de plantas daninhas aquáticas no reservatório de Alagados, Ponta Grossa-PR

    OpenAIRE

    D.C. Rocha; Martins, D

    2011-01-01

    O monitoramento de macrófitas da represa Alagados um reservatório artificial de água que abastece parcialmente a população do município de Ponta Grossa-PR se faz necessário, uma vez que resíduos urbanos, bem como dejetos de áreas rurais, são descartados direta ou indiretamente nesse ambiente. Os objetivos deste trabalho foram realizar o inventário de plantas aquáticas coletadas entre agosto de 2007 e julho de 2008 no entorno do lago, como medida de monitoramento da área; indicar a frequência ...

  16. Interferência das plantas daninhas sobre algumas características agronômicas e a produtividade de sete cultivares de milho Weed interference in seven corn cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan H. Rossi

    1996-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo estudar o comportamento de 7 cultivares de milho (Zea mays L. quanto à interferência da comunidade de plantas daninhas. Para tanto, os 7cultivares de milho (ESALQ VF-7, ESALQ VD-8, COMPOSTOS ARQUITETURA, FLINT e DENTADO, PIRANÃO e o híbrido CARGILL 501 foram submetidos a duas condições de interferência: com e sem, totalizando 14 tratamentos arranjados em esquema fatorial (7x2, instalados, no campo, em área experimental da FCAV/UNESP, Campus de Jaboticabal, seguindo o delineamento experimental de blocos ao acaso com 4 repetições. A comunidade infestante cujas espécies mais importantes foram SIDCO, BRAPL e ELEIN, estabeleceu-se a partir dos 14 dias após a semeadura, passando a interferir negativamente sobre a cultura a partir dos 35 dias. Os cultivares CD e CF apresentaram maior crescimento que os demais. A interferência da comunidade infestante reduziu a altura de inserção da primeira espiga; o comprimento e a circunferência das espigas, os pesos da espigas e dos grãos e a produção estimada da cultura, independente do cultivar. Os cultivares PIR e ARQ, independente da interferência, mostraram-se os menos produtivos. O cultivar Carg mostrou-se o mais produtivo mesmo quando sob interferência. O cultivar ARQ foi o mais sensível à interferência, enquanto PIR e VF-7 foram os menos sensíveis, podendo ser utilizados em programas de melhoramento genético visando tolerância a interferência de plantas daninhas.The present work had as an objective to study the hehavior of seven corn cultivars, according to the inteference of weed plants. So that, the seven corn cultivars (ESALQ VF-7, ESALQ VF-8, COMPOSTOS ARQUITETURA, FLINT E DENTADO, PIRANÃO and CARGILL 501 were submitted to 2 kinds of interference; with na without, totalizing fourteen treatments organized in a factorial plan (7x2, installed in the field as a experimental design of casual blocks with four replications. The infest community

  17. Correlação da distribuição espacial do banco de sementes de plantas daninhas com a fertilidade dos solos Correlation of weed between spacial distribution and soil fertility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.S. Shiratsuchi

    2005-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar correlações entre o banco de sementes das plantas daninhas e os atributos da fertilidade dos solos. As amostragens de solo para determinação do banco de sementes foram feitas simultaneamente à amostragem para a análise da fertilidade do solo, utilizando uma grade amostral regular de 20 x 20 m. Os mapas de infestação e de atributos de fertilidade dos solos foram gerados pela técnica de interpolação por "krigagem". Os valores de correlação entre o banco de sementes de BRAPL e a saturação de alumínio (m%, a saturação de bases (V% e o pH foram de, respectivamente, 0,84, -0,83 e -0,74. Portanto, quanto maior o valor de m% e menores os valores de V% e pH, maior a infestação do banco de sementes. Resultado semelhante foi observado para COMBE, porém os valores de correlação foram menores (-0,35 com V% e 0,28 com m%. O banco de sementes de CYPRO apresentou a mesma tendência da BRAPL (0,57 com m%, -0,63 com V%, -0,7 com Ca e -0,64 com o pH. Conclui-se que na área experimental houve alta correlação entre pH, Ca, V% e m% e o banco de sementes de plantas daninhas.The aim of this work was to identify the correlation between soil attributes and weed seed bank. The soil samplings for weed seed bank and soil fertility were collected simultaneously in the field using a 20 x 20 meter grid. The weed seed bank and soil fertility maps were generated by the kriging interpolation technique. The correlation values between the seed bank of BRAPL and aluminum saturation (m%, base saturation (V% and pH were, respectively, 0.84, -0.83 and -0.74. Thus, the higher the value of m% and the lower the values of V% and pH, the higher the weed seed bank was. Similar result was observed for COMBE at lower correlation values (-0.35 with V% and of 0.28 with m%. The CYPRO seed bank showed the same tendency as BRAPL (0.57 for m%, -0.63 for V%, -0.7 for Ca and -0.64 for the pH. It was concluded that there was a high

  18. Métodos de controle de plantas daninhas no cafeeiro afetam os atributos químicos do solo Effects of weed control methods on coffee crop on soil chemical attributes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elifas Nunes de Alcântara

    2009-06-01

    Full Text Available Nos ecossistemas agrícolas sob cafeeiro, nos quais o manejo do solo se resume, basicamente, à aplicação de corretivos, fertilizantes e controle de plantas daninhas, faz com que alternativas de manejo que preservam ou aumentam os teores de matéria orgânica no solo, a exemplo de alguns métodos de controle de plantas daninhas, sejam consideradas, quando se busca a sustentabilidade da cultura. Neste estudo o objetivo foi avaliar o efeito de alguns métodos comumente utilizadas na cultura do cafeeiro sobre os atributos químicos de um Latossolo Vermelho distroférrico sob cafeeiro, durante 15 anos. Os tratamentos avaliados consistiram de sete métodos de controle, envolvendo o uso de roçadora (RC, grade (GR, enxada rotativa (ER, herbicida de pré-emergência (HPRE, herbicida de pós-emergência (HPOS, capina manual (CM e uma testemunha sem capina (TEST. Foram determinados, nas profundidades de 0-0,15m e 0,15-0,30m, os teores de P, K+, Ca2+ + Mg2+, soma de bases (SB, saturação por bases (V, CTC efetiva (t e potencial (T. Os resultados mostraram que o tratamento sem capina (TEST influenciou, positivamente, os teores de P, K+, Ca2+ + Mg2+, valores de CTC efetiva, potencial e V, enquanto o HPRE exerceu um efeito contrário, ou seja, de redução nos valores das variáveis analisadas. Demais métodos RC, GR, ER, HPOS e CM apresentam um comportamento intermediário entre os métodos TEST e HPRE sobre as condições de fertilidade do solo.In agricultural ecosystems under coffee cultivation, soil management is based on liming, fertilizers and weed control. Alternatives that preserve or increase soil organic matter content are considered when the sustainability is the goal. This study was conducted to evaluate the chemical attributes of a dystroferric Red Latosol (Oxisols under coffee cultivation submitted to 15 years of weed control methods. Seven interrows coffee plant weed control methods were used; a mower (RC, tanden disk harrow (GR, rotative

  19. Efeitos de herbicidas aplicados no período reprodutivo sobre o crescimento inicial de plantas daninhas na geração seguinte Effects of herbicides applied during reproductive period on initial growth of weed seedlings of the next generation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Andres

    1994-01-01

    Full Text Available Em 1990, 91 e 92 foi conduzido experimento na Faculdade de Agronomia da UFRS, em Porto Alegre, RS, com o objetivo de avaliar os efeitos de herbicidas aspergidos durante a fase reprodutiva em balãozinho (Cardiospermum halicacabum, corriola (Ipomoea grandifolia e quinquilho (Datura stramonium. Foram testados dois compostos imidazolinonas (imazaquin e imazethapyr e duas sulfoniluréias (chlorimuron e metsulfuron, e avaliadas as áreas foliar e cotiledonar, estatura e matéria seca das plântulas da geração seguinte. Em quinquilho, as áreas foliar e cotiledonar das plântulas aspergidas não diferiram da testemunha. Já as estaturas de balãozinho e quinquilho foram afetadas pelos herbicidas: em quinquilho, especialmente por clorimuron; em balãozinho, além de clorimuron, também por metsulfuron. Diversos tratamentos afetaram a matéria seca total ou de segmentos de plântulas de quinquilho. Em corriola não se constataram efeitos dos tratamentos herbicidas nas variáveis avaliadas. De modo geral, as características de plântulas da geração seguinte foram afetadas por alguns herbicidas aplicados na fase reprodutiva, como matéria seca em quinquilho e estatura em balãozinho, dependendo do produto, dose e época de aplicação.A trial was conducted in 1990, 91 and 92 at Federal University of Rio Grande do Sul, in Porto Alegre, RS, Brazil, to investigate the effects of herbicides sprayed during the reproductive period of balloonvine (Cardiospermum halicacabum, morningglory (Ipomoea grandifolia, and jimsonweed (Datua stramonium. Two imidazolinones (imazaquin and imazethapyr and two sulfonylureas (chlorimuron and metsulfuron were tested and evaluated on foliar and cotyledonar areas, plant height, and dry matter of weed seedlings. ln jimsonweed, foliar and cotyledonar areas of seedlings did not differ from the control. However, the beights of ballonvine and jimsonweed seedlings were affected by the herbicides: in jimsonweed specially by

  20. Eficiência do herbicida pyrithiobac aplicado em pós-emergência no controle de plantas daninhas na cultura do algodão Efficiency of the herbicide pyrithiobac applied in post-emergence to control weeds in cotton

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José C. V. Almeida

    1999-04-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo verificar a eficiência do herbicida pyrithiobac aplicado em pós-emergência na cultura do algodoeiro, para o controle das espécies Cenchrus echinatusIpomoea grandifolia (corda-de-viola em dois estádios de crescimento e de maneira seqüencial, com doses fracionadas. O pyrithiobac na dose de 0,5 l/ha adicionado do surfactante IHARAGUEN-S a 0,25% v/v, em pós-emergência, numa única aplicação ou duas aplicações em doses fracionadas e seqüenciais (0,25 l/ha + 0,25 l/ha foi eficiente no controle das espécies C. echinatus e I. grandifolia nos estádios de 1 a 3 e 3 a 4 folhas,respectivamente. A fitointoxicação ao cultivar reagente IAC-20 foi inicialmente observado, mas os sintomas desapareceram a partir dos 15 dias, não havendo prejuízos à cultura.The present paper had the objective to verify the efficiency of the herbicide pyrithiobac applied in post-emergence for cotton in order to control the species Cenchrus echinatus and Ipomoea grandifolia, in two different growth stage and in sequential way in fraction rates. The product pyrithiobac, in the rate of 0,5 l/ha plus Iharagen-S at 0,25% v/v, in post-emergence in one single rate, or two spraying in fraction rates (0,25 l/ha + 0,25 l/ha was efficient to control both species, C. echinatus and I. grandifolia in the stage of 1 to 3 and 3 to 4 leaves, respectively. The fitotoxicity to the reagent cultivar IAC-20 was initially observed, but the symptom disappeared in the fifth day, without hazard injury to the crop.

  1. Determination of the critical period of weed control in corn using a thermal basis Determinação do período crítico de controle de plantas daninhas em milho utilizando uma base térmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Bedmar

    1999-02-01

    Full Text Available Field studies were conducted over 3 years in southeast Buenos Aires, Argentina, to determine the critical period of weed control in maize (Zea mays L.. The treatments consisted of two different periods of weed interference, a critical weed-free period, and a critical time of weed removal. The Gompertz and logistic equations were fitted to relative yields representing the critical weed-free and the critical time of weed removal, respectively. Accumulated thermal units were used to describe each period of weed-free or weed removal. The critical weed-free period and the critical time of weed removal ranged from 222 to 416 and 128 to 261 accumulated thermal units respectively, to prevent yield losses of 2.5%. Weed biomass proved to be inverse to the crop yield for all the years studied. When weeds competed with the crop from emergence, a large increase in weed biomass was achieved 10 days after crop emergence. However, few weed seedlings emerged and prospered after the 5-6 leaf maize stage (10-20 days after emergence.Conduziram-se estudos no campo durante três anos no sudeste da Província de Buenos Aires, Argentina, para determinar o período crítico de controle de plantas daninhas no milho. Os tratamentos consistiram de dois períodos diferentes de interferência das plantas daninhas: um período crítico livre de plantas daninhas, e um período crítico de remoção de plantas daninhas. O período crítico livre de plantas daninhas foi ajustado por meio da equação Gompertz, enquanto o período crítico de remoção de plantas daninhas foi ajustado mediante a equação logística. Foram utilizadas as unidades térmicas para descrever cada período de interferência de plantas daninhas. O período crítico livre e o período crítico de remoção de plantas daninhas variaram de 222 a 416 e de 128 a 261 unidades térmicas acumuladas, respectivamente, para impedir uma perda de rendimento de 2,5%. A biomassa das plantas daninhas variou ao contr

  2. Allelopathic potential of Sapindus saponaria L. leaves in the control of weeds=Potencial alelopático de folhas de Sapindus saponaria L. no controle de plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Garcia Santana

    2012-01-01

    resultados obtidos pelo extrato de folhas jovens foram mais similares ao efeito do herbicida, mostrando que o estágio de maturação da folha de S. saponaria interfere nos seus efeitos inibitórios e que esta espécie é eficiente no controle das plantas daninhas.

  3. Uso contínuo de herbicidas em citrus (Citrus sinensis (L Osbeck, I - efeitos no controle de plantas daninhas Continous use of herbicides in citros (Citrus sinensis (L. Osbeck. I - effects on weed control

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Victoria Filho

    1991-01-01

    Full Text Available A presente pesquisa foi conduzida no município de Conchal - SP, Brasil, em um Latossolo Vermelho Amarelo com 1,75% de matéria orgânica, com o objetivo de verificar o efeito do uso continuo dos principais herbicidas, no controle de plantas daninhas em um pomar de laranja 'Pera' (Citrus sinensis (L. Osbeck, enxertada sobre limão cravo (Citrus limonia Osbeck. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com 12 parâmetros e 4 repetições. Os tratamentos utiliza dos com as respectiva s dose s do i.a. em kg/ha foram: terbacil a 3,2; simazine a 4,0; ametryne + secbumetone a 4,5; dichlobenil a 5,0; diuron a 3,2; bromacil a 3,2; bromacil + diuron a 3,2; paraqua t a 0,6; glyphosate a 1,61 e MSMA a 1,77, além de uma testemunha que recebia uma capina anualmente e outra que era capinada sempre que a cobertura pelas plantas daninhas atingia 25% da área da parcela. O pomar foi plantado em maio/75 e a 14 aplicação foi realizada em outubro de 1977. As parcelas continham 4 plantas em uma área de 3,0 x 18,0 m (54 m2. A última foi realizada em 1986. O efeito dos tratamentos no controle das plantas daninhas foi avaliado pela contagem por espécie botânica, assim como por avaliações visuais. Todos os herbicidas utilizados apresentaram controle de aceitável a excelente, dependendo da composição específica das plantas daninhas, e aqueles cue apresentaram os melhores índices de controle das plantas daninhas, assim como efeitos residuais mais prolongados, foram bromacil + diuron, diuron, bromacil, ametryne + secbumetone e terbacil. herbicidas aplicados em pósemergência os melhores índices de controle foram obtidos com glyphosate e paraquat.The research reported in this paper was conducted at the Conchal county in Sao Paulo State, Brazil, in a Red Yellow Latosol with 1.75% of organic matter, with the objective of studyin g the effect of continuous use of selected herbicides on the weed control on a 'Pena' Citrus sinensis (L. Osbeck

  4. Levantamento fitossociológico de plantas daninhas em áreas de produção de cana-de-açúcar Phyto-sociological survey of weed in sugarcane crop areas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.R. Oliveira

    2008-03-01

    Full Text Available O estudo trata da análise fitossociológica de plantas daninhas em áreas cultivadas com cana-de-açúcar em três usinas de açúcar e álcool no município de Campos dos Goytacazes, na região Norte Fluminense do Estado do Rio de Janeiro, considerando-se três relevos: baixada (relevo plano com altitude de no máximo 30 m, tabuleiro (relevo plano com altitude variando de 30 a 50 m e morro (relevo ondulado, com altitude superior a 50 m, dois tipos de cultivo (cana-planta e cana-soca e dois períodos (primavera-verão e outono-inverno. O levantamento em cana-planta foi realizado até 30 dias após o plantio e, em cana-soca, no período de 30 a 45 dias após a colheita. Avaliaram-se as freqüências, densidades e dominâncias, absolutas e relativas, e o índice de valor de importância (IVI, o qual expressa, numericamente, a importância de uma determinada espécie em uma comunidade, sendo determinado por meio da soma de seus valores de densidade, freqüência e dominância, expressos em porcentagem. Foram identificadas 95 espécies de plantas daninhas, distribuídas em 74 gêneros e em 30 famílias. A família mais representativa foi a Poaceae, seguida por Asteraceae, Euphorbiaceae, Malvaceae, Papilionoideae e Amaranthaceae. A espécie Cyperus rotundus apresentou o maior índice de valor de importância, seguida por Rottboellia exaltata. No período primavera-verão, em cana-soca, relevo de baixada e tabuleiro, C. rotundus foi a espécie com maior IVI. Por outro lado, em cana-planta e durante o período outono-inverno, a espécie R. exaltata apresentou-se com maior IVI. Considerando o relevo de morro, observou-se que Penisetum purpureum teve maior IVI. A baixa similaridade (grau de semelhança na composição de espécies entre as áreas e épocas foi relacionada a solos diferentes, distância entre áreas, altitude e, principalmente, às formas de manejo empregadas.This study focused on the phyto-sociological analysis of weed in sugar cane

  5. Eficiência fotossintética de cultivares de cana-de-açúcar e de diferentes espécies de plantas daninhas após a aplicação do diuron Photosynthetic efficiency of sugarcane cultivars and weed species after diuron application

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Girotto

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência fotossintética, através da taxa de transporte de elétrons, de seis espécies de plantas daninhas e três cultivares de cana-de-açúcar após aplicação do herbicida diuron em pós-emergência inicial. Os cultivares utilizados (PO8862, SP80-3280 e RB83-5486 foram cortados em gemas e plantados em vasos com capacidade de 12 litros. A semeadura das seis espécies de plantas daninhas - Brachiaria decumbens, Digitaria horizontalis, Panicum maximum, Ipomoea grandifolia, Ipomoea hederifolia e Merremia cissoides - foi realizada para obter 25 plantas por vaso. A aplicação do herbicida diuron em pós-emergência inicial das plantas daninhas e dos cultivares de cana-de-açúcar foi realizada na dose de 3,0 kg ha-1, com adição de 0,2% de surfatante. As avaliações da taxa de transporte de elétrons no fotossistema (ETR das plantas após a aplicação foram realizadas com auxílio de um fluorômetro portátil. Para as espécies de plantas daninhas, a ETR foi avaliada após intervalos de 2, 4, 24, 48, 72, 96 e 144 horas após a aplicação. Quanto aos cultivares de cana-de-açúcar, os intervalos avaliados foram de 2, 24, 48, 72, 120, 168 e 240 horas após a aplicação. De maneira geral, as reduções dos valores da ETR indicaram o nível de sensibilidade dos diferentes cultivares de cana-de-açúcar e das diferentes plantas daninhas ao diuron, e a intoxicação foi detectada antes ou mesmo sem a presença dos sintomas. A classificação da sensibilidade dos cultivares de cana-de-açúcar foi em ordem decrescente: PO-8862, SP80-3280 e RB83-5486; para as plantas daninhas, as espécies mais sensíveis foram M. cissoides, I. grandifolia e I. hederifolia, seguidas das gramíneas D. horizontalis, P. maximum e B. decumbens.The aim of this study was to assess the photosynthetic efficiency through electron transport rate (ETR of six weed species and three sugarcane cultivars after application of the

  6. Cultivos intercalares e controle de plantas daninhas em plantios de maracujá-amarelo Intercropping and weed control in yellow passion fruit orchard

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelise de Almeida Lima

    2002-12-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar cultivos intercalares e métodos integrados de controle de plantas daninhas em maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg. como fatores que viabilizem a sua produção e rentabilidade. O experimento foi instalado em maio de 1999, conduzido em espaldeira vertical com um fio de arame a 2,0m do solo, no espaçamento de 2,5m x 5,0m, em blocos casualizados, com seis tratamentos e quatro repetições, sendo T1: milho (Zea mays L. - BR 106 como cultura intercalar; T2: feijão (Phaseolus vulgaris L. - cultivar Pérola como cultura intercalar; T3: feijão-de-porco nas entrelinhas e capina com enxada nas linhas; T4: feijão-de-porco nas entrelinhas e controle químico nas linhas (glifosate a 1,5 kg/ha; T5: planta daninha controlada quimicamente (em toda a parcela com alachlor a 2,8 kg/ha + diuron a 1,2 kg/ha em pré-emergência e glifosate a 1,5 kg/ha em pós-emergência; e T6: testemunha (capina com enxada em área total. Os dados analisados, no período de produção (maio de 1999 a abril de 2000, mostraram que não houve diferenças estatísticas entre os tratamentos para produtividade (indústria, peso médio, comprimento e diâmetro dos frutos, sólidos solúveis totais e acidez. Contudo, houve significância para produtividade total e in natura, com destaque para a utilização do feijão como cultura intercalar, com produtividade do maracujazeiro de 12,82 t/ha. Tanto o milho como o feijão podem ser recomendados como culturas intercalares no primeiro ano de cultivo do maracujá-amarelo. Os herbicidas aplicados em pré e pós-emergência foram economicamente viáveis e não mostraram efeito tóxico sobre as plantas de maracujá-amarelo.This work aimed identifying crops for intercropping and integrated methods for weed control in yellow passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg. orchard, that will favor its production and profitability. The experiment was set up in May 1999, with the plants

  7. Efeitos de períodos de convivência das plantas daninhas sobre a produtividade da cultura do amendoim das secas Effects of weed interference periods on the peanut productivity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.A. Pitelli

    1984-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar os efeitos de diferentes períodos de matocompetição sobre o crescimento e produtividade da cultura do amendoim cultivar Tatu-53, conduziu -se o presente experimento sobre solo Latossol Vermelho escuro fase arenosa na região de Jaboticabal, SP. Constituíram-se os tratamentos de vários períodos de convivência da comunidade infestante na cultura do amendoim, considerados à partir da emergência da cultura até 14, 28, 42, 56, 70, 84 e 117 dias (colheita. Após o período de convivência, a cultura foi mantida no limpo através de capinas na entre-linha e monda na linha de semeadura, a cada duas semanas. Houve ainda, um tratamento em que a cultura foi mantida no limpo durante todo o ciclo. O espaçamento foi de 0,60 m com densidade de 25 sementes por metro de sulco. As principais espécies de plantas daninhas que ocorreram na área experimental foram Cenchrus echinatus L., Digitaria sanguinalis (L. Scop., Alternantera ficoidea (L. R. Br., Emilia sonchifolia DC. e Sida spp. O período em que a competição torna-se crítica para a produtividade do amendoim inicia-se entre 42 e 56 dias do ciclo da cultura. Os parâmetros produtivos afetados pela matocompetição foram produção de vagens e grãos por hectare e por indivíduos, número médio de vagens por planta e por parcela e distribuição de grãos de diferentes tamanhos na massa produzida.The prese nt research was carried out with the objetive to sudy the competition periods effects on peanut growth and productivity. The experiment was conducted in a Latossol Vermelho Escuro sandy phase soil in Jaboticabal region. Differents weed competitions periods where the treatments, from the plant emergence to 14, 28, 42, 56, 70, 84 and 117 days. After the competition period the crop was weed ed every 14 days periods up to harvest. Included was a treatmentin which weed control was carried out during all development cycle. The row spacing was 0,60 m, the seed ingrate 25

  8. Phytosociological survey of weeds in banana plantations in the Gorutuba River Valley, northern Minas Gerais = Levantamento fitossociológico de plantas daninhas em áreas de bananicultura no Vale do Rio Gorutuba, norte de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hercules Gustavo dos Santos Sarmento

    2015-10-01

    Full Text Available Phytosociological surveys are very important when identifying an invasive community in order to carry out more suitable weed management. The aim of this study therefore, was to identify the main species of weeds in banana plantations, both newly-planted and under production, in the northern region of the State of Minas Gerais, Brazil. For the phytosociological study and characterisation of the weed community, two areas of ‘Prata’ bananas, both of 10 hectares, were evaluated using the method of inventory squares, which were randomly thrown along a zigzag path. The following phytosociological variables were evaluated: frequency, relative frequency, density, relative density, abundance, relative abundance, importance value index, relativeimportance value index and similarity index. In the newly-planted area, 17 species were found, divided into 15 genera and ten families, with the Fabaceae and Poaceae families being prominent. The species with the highest importance indices were: Sida spp. (62.38, Galinsoga parviflora (32.36, Amaranthus hybridus (24.93 and Ipomoea hederifolia (19.61. In the area under production, 12 species, 12 genera and ten families were found, with the Asteraceae family being prominent. The species with the highest relative-importance value indices were: Commelina benghalensis (39.19, Emilia fosbergii (34.42 and Amaranthus hybridus (32.96. Between the two areas, there was a difference in the mean values for density, and for the number of plants with C4 metabolism; five in the newly-planted area, and three in the area under production. The Similarity Index between the two areas was 48.27%, with seven species common to both areas. = O levantamento fitossociológico é muito importante para conhecer a comunidade infestante e, com isso, realizar de forma mais adequada o manejo das plantas daninhas. Objetiva-se com este trabalho identificar as principais espécies de plantas daninhas em áreas de bananicultura recém-implantadas e

  9. Weeds in raw sugar cane renovation area with different systems of management on soil and green manure succession = Plantas daninhas em área de reforma de cana crua com diferentes manejos do solo e adubos verdes em sucessão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Willians Cesar Carrega

    2012-04-01

    canavial colhido sem queima prévia nos últimos cinco cortes. Utilizou-se delineamento experimental blocos casualizados, com os tratamentos arranjados em parcelas sub-divididas, com quatro repetições. Os tratamentos principais consistiram dos três sistemas de cultivo; convencional, cultivo mínimo e plantio direto. Os tratamentos secundários foram constituídos de duas opções de adubos verdes (crotalária e mucuna e uma parcela em pousio. Após 180 dias da colheita da cana-de-açúcar contou-se o número de plantas daninhas m-2e determinou-se a massa seca da parte aérea, calculando seus índices fitossociológicos. Dentre os sistemas de manejo do solo o plantio direto mostrou um efeito supressor das plantas daninhas, resultando em menor número de plantas, menor massa seca de plantas e menor variedade de espécies, suprimindo espécies consideradas importantes na cultura da cana-de-açúcar, sendo o cultivo mínimo o tratamento intermediário e o plantio convencional o mais afetado pela comunidade infestante. Entre os adubos verdes plantados em sucessão a mucuna se destacou, sendo seu efeito supressor das plantas infestantes mais importante em áreas cultivadas com manejo de solo convencional.

  10. Further molecular characterization of weed-associated begomoviruses in Brazil with an emphasis on Sida spp Caracterização molecular adicional de begomovírus associados a plantas daninhas no Brasil, com ênfase em Sida spp

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.S. Tavares

    2012-06-01

    Full Text Available Begomoviruses are whitefly-transmitted, single-stranded DNA viruses that are often associated with weed plants. The aim of this study was to further characterize the diversity of begomoviruses infecting weeds (mostly Sida spp. in Brazil. Total DNA was extracted from weed samples collected in Viçosa (Minas Gerais state and in some municipalities of Alagoas state in 2009 and 2010. Viral genomes were amplified by RCA, cloned and sequenced. A total of 26 DNA-A clones were obtained. Sequence analysis indicated the presence of 10 begomoviruses. All viral isolates from Blainvillea rhomboidea belonged to the same species, Blainvillea yellow spot virus (BlYSV , thereby suggesting that BlYSV may be the only begomovirus present in this weed species. Four isolates represent new species, for which the following names are proposed: Sida yellow blotch virus (SiYBV, Sida yellow net virus (SiYNV, Sida mottle Alagoas virus (SiMoAV and Sida yellow mosaic Alagoas virus (SiYMAV. Recombination events were detected among the SiYBV isolates and in the SiYNV isolate. These results constitute further evidence of the high species diversity of begomoviruses in Sida spp. However, the role of this weed species as a source of begomoviruses infecting crop plants remains to be determined.Begomovírus são vírus de DNA circular fita simples transmitidos por mosca branca, os quais são frequentemente associados com plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a diversidade de begomovírus infectando plantas daninhas (principalmente Sida spp. no Brasil. DNA total foi extraído a partir de plantas daninhas coletadas em Viçosa (Minas Gerais e em alguns municípios do estado de Alagoas em 2009 e 2010. Os genomas virais foram amplificados por RCA, clonados e sequenciados. Um total de 26 clones de DNA-A foram obtidos. A análise das sequências indicou a presença de dez diferentes begomovírus. Todos os isolados originários de Blainvillea rhomboidea pertencem a uma

  11. Plantas indicadoras de clomazone na fase vapor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Schreiber

    2013-10-01

    Full Text Available A volatilização representa um processo importante no deslocamento de agrotóxicos para o ambiente. As características físico-químicas da molécula do clomazone indicam que este possui potencial de volatilização. Em vista do exposto, para a realização deste estudo, foram conduzidos dois experimentos com o objetivo de avaliar a suscetibilidade das espécies: pepino, melão, milho, sorgo e arroz a diferentes formulações do herbicida clomazone na fase vapor. Para isso, foram utilizadas caixas de vidro hermeticamente fechadas, com a presença de diferentes formulações de clomazone e as espécies vegetais. As formulações utilizadas foram Gamit 360 CS®, Gamit 500 EC® e Gamit Star®. Com os resultados obtidos, foi possível concluir que, dentre as espécies avaliadas, independente da formulação utilizada, a de menor tolerância ao herbicida clomazone na fase vapor foi o sorgo, seguido do milho e do arroz.

  12. Desenvolvimento foliar das culturas da soja e do feijão e de plantas daninhas Leaf development of soybean and bean crops and weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio de Oliveira Procópio

    2003-04-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, comparar a taxa de emissão e expansão das folhas, duração da área foliar (DAF e o coeficiente de extinção (k para as culturas da soja e do feijão e para as espécies de plantas daninhas Euphorbia heterophylla sensível e Euphorbia heterophylla resistente aos herbicidas inibidores da enzima ALS, Bidens pilosa e Desmodium tortuosum. O experimento foi desenvolvido a campo, em um Argissolo Vermelho-Amarelo, no período de outubro de 2000 a março de 2001. Cada espécie vegetal constou de um tratamento. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições. As medições da radiação fotossinteticamente ativa (RFA foram realizadas em dois pontos dos dosséis: acima e abaixo, por meio de um light ceptometer. A taxa de emissão e de expansão foliar foi calculada ao final do ciclo das culturas. A duração da área foliar e o coeficiente de extinção foram calculados antes e após o florescimento. Não se observaram diferenças no desenvolvimento dos biótipos de E. heterophylla quanto à taxa de aparição de folhas, taxa de expansão foliar, DAF ou k. Entre as culturas, o feijão apresentou menor taxa de emissão foliar (0,591 por dia comparado à soja (0,933 por dia. Dentre as plantas daninhas, D. tortuosum apresentou a maior taxa de emissão foliar (0,699 por dia. A taxa de expansão foliar observada pela soja foi superior a todas as demais espécies avaliadas (6,77 cm².dia-1. Todas as espécies apresentaram maior valor para DAF após o florescimento, em comparação com a fase vegetativa. A soja apresentou maior valor de k (antes e após o florescimento 0,52 e 0,93, respectivamente frente às demais espécies, demonstrando maior potencial de interceptação da radiação solar.The objective of this study was to compare the emission rate and expansion of the leaves, duration of the leaf area (DLA and the extinction coefficient (k for the crops soybean and of the bean, and for

  13. EFEITOS DE HERBICIDAS NO CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS, CRESCIMENTO E PRODUÇÃO DE MILHO E Brachiaria brizantha EM CONSÓRCIO EFFECTS OF HERBICIDES ON INTERCROPPED MAIZE AND Brachiaria brizantha WEED CONTROL, GROWTH AND YIELD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lino Roberto Ferreira

    2007-09-01

    Full Text Available

    Objetivou-se nesta pesquisa avaliar o controle de plantas daninhas, o crescimento e a produção de milho e de Brachiaria brizantha consorciados, em função de doses do herbicida nicosulfuron. Foram avaliadas seis doses de nicosulfuron (0 g ha-1, 2 g ha-1, 4 g ha-1, 8 g ha-1, 16 g ha-1 e 32 g ha-1 em mistura de tanque com atrazine (1.500 g ha-1. Adicionalmente foram comparadas duas testemunhas capinadas, com ambas as espécies em monocultivo. As espécies daninhas Brachiaria plantaginea, Sorghum arundinaceum e Brachiaria decumbens foram controladas com eficiência pelo nicosulfuron nas maiores doses utilizadas. As espécies perenes Cyperus rotundus e Artemisia verlotorum não foram controladas pelos herbicidas. O milho apresentou crescimento inicial superior à braquiária, ocasionando redução na taxa de produção de biomassa e de índice de área foliar (IAF da forrageira consorciada, sendo este efeito potencializado à medida que se elevou a dose do nicosulfuron. A produção de biomassa do milho foi inferior no tratamento com atrazine, em relação aos tratados com a mistura de nicosulfuron + atrazine e à testemunha capinada. Durante o período crítico de competição, a produção de biomassa da parte aérea e o IAF do milho foram superiores ao da braquiária consorciada. Estas características permitiram bom rendimento de grãos de milho independente do manejo adotado.

    PALAVRAS-CHAVE: Integração agricultura-pecuária; plantio direto; atrazine; nicosulfuron.

    This study had the objective of evaluating weed control, growth and yield of intercropped maize and Brachiaria brizantha, as function of herbicide doses of nicosulfuron. Six nicosulfuron doses (0 g ha-1, 2 g ha-1, 4 g ha-1, 8 g ha-1, 16 g

  14. Eficiência no uso da água e interferência de plantas daninhas no meloeiro cultivado nos sistemas de plantio direto e convencional Water use efficiency and weed interference in melon crop under conventional and no-tillage systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.M.S. Teófilo

    2012-09-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito dos sistemas de plantio direto e convencional e estratégias de manejo de plantas daninhas na economia de água de irrigação na cultura do melão (Cucumis melo, conduziu-se um experimento na horta didática do Departamento de Ciências Vegetais da Universidade Federal Rural do Semiárido, em Mossoró-RN, utilizando o delineamento experimental de blocos casualizados, no esquema de parcelas subdivididas. Nas parcelas foram avaliados dois sistemas de plantio (plantio direto e convencional e, nas subparcelas, três sistemas de manejo de plantas daninhas (cobertura com filme de polietileno, mantido no limpo por meio de capinas e testemunha sem capinas. Avaliaram-se a densidade e a massa seca das plantas daninhas aos 30 dias após o transplante, a produtividade comercial e total e o consumo diário de água. O manejo da água foi realizado mediante a curva característica de água no solo para cada sistema de plantio a 15 e 30 cm de profundidade, e o controle da lâmina de água foi feito com base na leitura diária de um conjunto de tensiômetros instalados nas mesmas profundidades, de modo que se mantivesse a umidade do solo sempre acima de 75% da água disponível total. A partir da produtividade e do consumo de água, determinou-se a eficiência no uso da água (EUA, dada em kg m-3. Verificou-se que o sistema de plantio direto na palha reduziu a densidade populacional e a massa seca acumulada pelas plantas daninhas em 86,7 e 61%, respectivamente, em relação ao plantio convencional, e a interferência destas reduziu a produtividade comercial em 100% no plantio convencional e 36,5% no direto. A cobertura do solo com filme de polietileno no plantio convencional e no plantio direto e a palhada no plantio direto reduziram o consumo de água em 23% (388,8 m³ ha-1, 21% (363,0 m³ ha-1 e 13% (215,0 m³ ha-1, respectivamente, em relação ao tratamento com capinas no plantio convencional. A cobertura do solo com

  15. Weed community and growth under the canopy of trees adapted to the brazilian semi-arid region Comunidade e crescimento de plantas daninhas sob a copa de árvores adaptadas ao semi-árido brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.S.L. Silva

    2010-01-01

    Full Text Available The objectives of this work were to evaluate the floristic composition and dry biomass of weeds under the canopy of seven perennial species adapted to the Semi-Arid region of Brazil, and correlate these characteristics with growth traits of the perennial species. The following perennial species were evaluated in two experiments (E1 and E2: mesquite (Prosopis juliflora, jucá (Caesalpinia ferrea, white popinac (Leucaena leucocephala, mofumbo (Combretum leprosum, neem (Azadirachata indica, sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia and tamarind (Tamarindus indica. In E1, the seven species were evaluated in a random block design with four replicates and nine plants per plot. In E2, evaluation comprised four species (mesquite, jucá, white popinac, and tamarind in a random block design with eight replicates and nine plants per plot. A circle with an area of 1.77 m² was established around the trunk of each plant, two years after they were transplanted to the permanent location. The weeds collected within this circle were cut even with the ground, classified and weighed. At this time, plant height, and crown and stem diameters were evaluated in all trees of each plot. In E1 there were no differences between tree species as to weed frequency under their canopies; however, weed growth was smaller under the canopy of sabiá trees. Mesquite and sabiá had the greatest plant height and crown diameter means, but only sabiá had the greatest stem diameter. In E2, the perennial species were not different with regard to weed frequency and growth under their canopies, but mesquite had the greatest growth, as measured by plant height (with significant results for jucá as well and crown and stem diameter.Os objetivos deste trabalho foram avaliar a composição florística e a biomassa de plantas daninhas sob a copa de sete espécies perenes adaptadas à região semi-árida do Brasil, e correlacionar essas características com características do crescimento das esp

  16. A Modified phosphate-carrier protein theory is proposed as a non-target site mechanism For glyphosate resistance in weeds Teoria das proteínas carregadoras fosfato modificadas proposta como mecanismo de resistência ao herbicida glyphosate em plantas daninhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.C. Roso

    2010-01-01

    Full Text Available Glyphosate is an herbicide that inhibits the enzyme 5-enolpyruvyl-shikimate-3-phosphate synthase (EPSPs (EC 2.5.1.19. EPSPs is the sixth enzyme of the shikimate pathway, by which plants synthesize the aromatic amino acids phenylalanine, tyrosine, and tryptophan and many compounds used in secondary metabolism pathways. About fifteen years ago it was hypothesized that it was unlikely weeds would evolve resistance to this herbicide because of the limited degree of glyphosate metabolism observed in plants, the low resistance level attained to EPSPs gene overexpression, and because of the lower fitness in plants with an altered EPSPs enzyme. However, today 20 weed species have been described with glyphosate resistant biotypes that are found in all five continents of the world and exploit several different resistant mechanisms. The survival and adaptation of these glyphosate resistant weeds are related toresistance mechanisms that occur in plants selected through the intense selection pressure from repeated and exclusive use of glyphosate as the only control measure. In this paper the physiological, biochemical, and genetic basis of glyphosate resistance mechanisms in weed species are reviewed and a novel and innovative theory that integrates all the mechanisms of non-target site glyphosate resistance in plants is presented.Glyphosate é uma glicina fosfonada e inibe a enzima 5-enolpiruvil-shikimato-3-fosfato sintase (EPSPS (EC 2.5.1.19. EPSPS é a sexta enzima da rota do shikimato, na qual são sintetizados os compostos do metabolismo secundário e os aminoácidos aromáticos fenilalanina, tirosina e triptofano. Alguns autores hipotetizaram que seria improvável a evolução de plantas daninhas resistentes a este herbicida. As justificativas estariam relacionadas à limitada metabolização de glyphosate nas plantas, ao baixo nível de resistência obtido com a superexpressão do gene EPSPS e à alta penalidade de adaptação oriunda de mutações no

  17. Levantamento fitossociológico de plantas daninhas em cafezal orgânico Weeds phytosociological survey in organic coffee crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleber Daniel de Goes Maciel

    2010-01-01

    Full Text Available A adequação de um cafezal para o sistema orgânico causa grande mudança no sistema de manejo de plantas daninhas, mas as informações sobre o comportamento da comunidade infestante em áreas de cultivo de café orgânico são escassas no Brasil. Objetivou-se com este trabalho realizar um levantamento fitossociológico da comunidade infestante em três cafezais (variedades Mundo Novo, Bourbon Vermelho e Obatã desenvolvidos em sistema orgânico, no município de Garça (SP. Nas três áreas estudadas foram arremessados ao acaso cem quadrados metálicos com área vazada de 0,25 m², nas entrelinhas da cultura. As espécies contidas no interior dos quadros foram identificadas segundo a espécie botânica, nome popular e família. A partir dos resultados, determinaram-se os parâmetros fitossociológicos: frequência, densidade, abundância, frequência relativa, densidade relativa, abundância relativa, índice de valor de importância e similaridade florísticas pelos métodos de Simple Matching de Sneath & Sokal e similaridade de Sorensen. As famílias que mais se destacaram, com maior número de espécies nas três áreas foram Poaceae e Asteraceae. Houve alta similaridade em todos os contrastes testados, já que pelo menos metade das espécies identificadas foi comum às duas áreas contrastadas.Adjust of one coffee crop to organic system causes significative changes in weed management system, but information about the weed community in areas cultivated with organic coffee crop are scarce in Brazil. This work aimed to perform a phytosociological survey of weed community in three coffee crop areas (Mundo Novo, Bourbon Vermelho and Obatã genotypes conducted in organic system, in Garça County, São Paulo State. In the three analyzed areas, a hundred of metallic drained squares were randomized hurled with useful area of 0.25 m² between crop lines. Plants contained in the interior of squares were identified according to botanic species

  18. Estudos anatômicos de folhas de plantas daninhas: I - Nicandra physaloides, Solanum viarum, Solanum americanum e Raphanus raphanistrum Anatomical studies of weed leaves: I - Nicandra physaloides, Solanum viarum, Solanum americanum and Raphanus raphanistrum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E.A. Ferreira

    2002-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar a anatomia das folhas das espécies de plantas daninhas Nicandra physaloides (joá-de-capote, Solanum viarum (joá-bravo, Solanum americanum (maria-pretinha e Raphanus raphanistrum (nabiça, visando obter melhor entendimento sobre as barreiras que cada espécie impõe à penetração dos herbicidas. Folhas completamente expandidas do terceiro ao quinto nó foram coletadas de plantas de ocorrência espontânea no campo. Das folhas de cada espécie foram obtidas três amostras da região central mediana, com aproximadamente 1 cm², as quais foram utilizadas em estudos da estrutura, clarificação e nas observações em microscópio eletrônico de varredura (MEV. Todas as espécies avaliadas são anfiestomáticas. O principal obstáculo foliar à penetração de herbicidas constatado em N. physaloides foi a alta densidade tricomática. Já em relação a S. viarum, baixa densidade estomática na face adaxial, alta densidade tricomática, presença de placas de cera epicuticular e grande espessura das cutículas foram as principais barreiras detectadas. S. americanum apresentou como principais obstáculos foliares à penetração de herbicidas a baixa densidade estomática na face adaxial e a grande espessura da cutícula da face adaxial, sendo esta última a única barreira constatada nas folhas de R. raphanistrum.This research aimed to study the leaf anatomy of the weed species Nicandra physaloides, Solanum viarum, Solanum americanum and Raphanus raphanistrum to acquire a better understanding of the barriers each species imposes upon herbicide penetration. Completely expanded leaves from the third to the fifth node were collected from plants spontaneously occurring in field. Three samples, with approximately 1 cm², were taken at the central portion of the leaves in each species. These samples were used in structural studies, clarification and observation using a scanning-electron microscope (SEM. All species

  19. Curvas de dose-resposta para avaliação do controle de fluxos de emergência de plantas daninhas pelo herbicida imazapic Dose-response curves to evaluate the control of weed emergence fluxes by imazapic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.J.P. Carvalho

    2005-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o controle de dois fluxos de emergência das plantas daninhas capim-marmelada (Brachiaria plantaginea e capim-colchão (Digitaria horizontalis pelo herbicida imazapic, aplicado em condição de pré-emergência, por meio de curvas de dose-resposta. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições; cada parcela constou de um vaso de 3 L de capacidade, preenchido com solo argiloso, acrescido de sementes de capim-marmelada e capim-colchão. Sendo D a dose recomendada do imazapic (140 g ha-1, os tratamentos foram: 4D, 2D, D, 1/2D, 1/4D, 1/8D, 1/16D e ausência do herbicida. Foram realizadas avaliações visuais de controle aos 30 e 60 dias após a infestação (DAI e de massa seca aos 60 DAI. Após a colheita da biomassa resultante do primeiro fluxo de emergência presente nas parcelas, os vasos foram novamente semeados com as plantas daninhas e foram realizadas novas avaliações de controle aos 30 e 60 dias após reinfestação (DAR e de massa seca aos 60 DAR. A partir dos resultados obtidos, pode-se afirmar que: o imazapic inibiu o desenvolvimento de ambas as plantas daninhas, alcançando resultados superiores a 80% de controle em todas as avaliações, para a dose recomendada, nos dois fluxos de emergência; a eficácia no controle de capim-colchão foi ligeiramente superior à do controle do capim-marmelada; e o herbicida imazapic apresentou-se como uma opção interessante para manejo dessas plantas daninhas.The objective of this work was to evaluate the control of two emergence fluxes of the weeds Brachiaria plantaginea and Digitaria horizontalis by the herbicide imazapic applied under pre-emergence conditions, by analyzing the dose-response curves. The experimental design adopted was randomized blocks, with four replicates, with each plot being a 3L capacity pot, filled with clay soil plus Brachiaria plantaginea and Digitaria horizontalis seeds. Considering D as the

  20. Weed control in young coffee plantations through post emergence herbicide application onto total area Controle de plantas daninhas em cafezais recém-implantados, com herbicidas aplicados em pós-emergência em área total

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.P. Ronchi

    2004-12-01

    at doses recommended for bean crop, these herbicides may be applied to control weeds in coffee and bean intercropping systems by spraying the entire area.Este trabalho foi realizado com o objetivo de investigar, em campo, a eficiência de vários herbicidas aplicados em pós-emergência em área total no controle de plantas daninhas, em cafezais recém-implantados e no consórcio de café e feijão, assim como seus efeitos sobre essas culturas. Mudas de Coffea arabica, cultivar Catuaí Vermelho, com quatro a seis pares de folhas foram transplantadas para o campo e cultivadas segundo práticas agronômicas usuais. O consórcio de café e feijão foi obtido por meio do plantio de três linhas de feijão nas entrelinhas do cafezal. Quando os herbicidas foram aplicados sobre as culturas, as plantas de café estavam com seis a dez pares de folhas, as de feijão com três folíolos e as plantas daninhas no estádio inicial de desenvolvimento. Fluazifop-p-butil e clethodim foram seletivos às plantas de café e controlaram eficientemente Brachiaria plantaginea e Digitaria horizontalis. Plantas daninhas dicotiledôneas (Amaranthus retroflexus, Bidens pilosa, Coronopus didymus, Emilia sonchifolia, Galinsoga parviflora, Ipomoea grandifolia, Lepidium virginicum e Raphanus raphanistrum foram controladas eficientemente por aplicações isoladas de fomesafen, flazasulfuron e oxyfluorfen, com exceção de B. pilosa, C. didymus e R. raphanistrum para o oxyfluorfen. Aplicações seqüenciais com intervalos de sete dias de fomesafen + fluazifop-p-butil ou clethodim, e as duas misturas comerciais de fomesafen + fluazifop-p-butil controlaram simultaneamente ambos os tipos de plantas daninhas. Cyperus rotundus foi controlada apenas por flazasulfuron. Com exceção de fluazifop-p-butil e clethodim todos os demais tratamentos herbicidas provocaram apenas leves injúrias às folhas mais novas das plantas de café. Contudo, o crescimento das plantas não foi prejudicado, de forma que tanto a

  1. Interação entre sistemas de manejo e de controle de plantas daninhas em pós-emergência afetando o desenvolvimento e a produtividade da soja Interaction between burndown systems and post-emergence weed control affecting soybean development and yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.S. Oliveira Jr.

    2006-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a interação entre sistemas de manejo e de controle de plantas daninhas em pós-emergência na cultura da soja, cv. BRS 154, em plantio direto em áreas com expressiva cobertura vegetal. Foram avaliados 13 tratamentos, compostos por um esquema fatorial (3x4+1. Os fatores eram constituídos por três sistemas de manejo (dessecação imediatamente antes da semeadura, dessecação 10 dias antes da semeadura e dessecação antecipada, sendo esta composta por duas aplicações de manejo, a primeira 24 dias antes da semeadura e a segunda na data da semeadura, quatro formas de controle das plantas daninhas após a emergência da cultura (nenhum controle, capina manual das parcelas, aplicação única e aplicação seqüencial de herbicidas e um tratamento adicional, constituído por uma testemunha absoluta (sem manejo e sem controle em pós-emergência. Embora a dessecação nos diferentes sistemas de manejo tenha sido eficiente, a antecipação da dessecação no manejo antecipado favoreceu a emergência e o desenvolvimento inicial da soja, proporcionando maiores ganhos de produtividade, nas condições de infestação apresentadas. O sistema de manejo afetou também o fluxo de emergência das plantas daninhas após a emergência da soja, com menos reinfestações no sistema de manejo antecipado, em função do controle dos fluxos iniciais proporcionado pela segunda aplicação deste sistema de manejo. O manejo realizado na data da semeadura e dez dias antes prejudicou o desenvolvimento da soja, resultando em menor produtividade. O manejo antecipado, quando comparado aos demais sistemas, proporcionou maior produtividade da soja.This work aimed to evaluate the interaction between burndown methods and systems of post-emergence weed control in soybeans, cv. BRS 154, under no-tillage, in areas with expressive soil green cover. Thirteen treatments in a factorial scheme (3x4 +1, were evaluated. Main factors were

  2. Resposta de plantas daninhas ao óleo fúsel aplicado em pós-emergência inicial e tardia Weed response on fusel oil applied at initial and late post-emergence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.A.M. Azania

    2010-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho estudar a resposta de plantas daninhas a doses do óleo fúsel aplicadas em pós-emergência inicial e tardia. Para isso, foram estudadas as espécies Ipomoea hederifolia, Ipomoea quamoclit, Euphorbia heterophylla, Digitaria spp., Cenchrus echinatus e Panicum maximum em pós-emergência inicial e tardia, utilizando-se o delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos, em quatro repetições. O óleo fúsel - subproduto da destilação do álcool - foi aplicado nas doses de 50, 125, 250, 375 e 500 L ha-1; mais a testemunha sem aplicação. As parcelas foram constituídas por vasos de polietileno com capacidade de 3 L, contendo terra da camada arável de uma área em pousio. Avaliou-se o percentual de intoxicação visual aos 7 e 30 dias após aplicação (DAA e a massa seca aos 30 DAA. As variáveis foram submetidas à análise de variância conforme delineamento, ajustando-se os dados para obtenção da curva dose-resposta por regressão polinomial. As espécies estudadas foram suscetíveis apenas com a utilização de 500 L ha-1 de óleo fúsel aplicado na pós-emergência inicial ou tardia das plantas. A espécie Digitaria spp. foi suscetível; E. heterophylla, tolerante; e as demais, moderadamente tolerantes ao óleo fúsel aplicado em pós-emergência inicial. A espécie E. heterophylla foi suscetível; Digitaria spp., C. echinatus e P. maximum, moderadamente tolerante e I. hederifolia e I. quamoclit, tolerantes ao óleo fúsel aplicado em pós-emergência tardia.This work aimed to study weed response to fusel oil rate applied at early and late post-emergence. The following species were studied at late and early post-emergence: Ipomoea hederifolia, Ipomoea quamoclit, Euphorbia heterophylla, Digitaria spp., Cenchrus echinatus and Panicum maximum.. The experiment was arranged in a completely randomized design with six treatments and four replications. Fusel oil, an alcohol distillation byproduct, was

  3. Formas de uso do solo no inverno e sua relação com a infestação de plantas daninhas em milho (Zea mays cultivado em sucessão Different winter soil uses and their relation with weed infestation in maize (Zea mays in succession

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A. Balbinot JR.

    2008-01-01

    Full Text Available Na região Sul do Brasil há carência de opções economicamente viáveis para uso do solo durante os meses de maio a setembro. Nesse período, uma alternativa é o cultivo de pastagens em sistema de integração lavoura-pecuária. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes formas de uso do solo no inverno sobre a infestação de plantas daninhas na cultura de milho semeada em sucessão. Foram conduzidos dois experimentos entre maio de 2006 e abril de 2007. Avaliaram-se cinco formas de uso do solo no inverno: 1 consórcio de aveia-preta + azevém + ervilhaca + trevo-vesiculoso manejado sem pastejo e sem adubação nitrogenada (consórcio cobertura; 2 o mesmo consórcio, com pastejo e com adubação nitrogenada de cobertura - 100 kg ha-1 de N (pastagem com N; 3 o mesmo consórcio, com pastejo e sem adubação nitrogenada (pastagem sem N; 4 nabo forrageiro, sem pastejo e sem adubação nitrogenada (nabo forrageiro; e 5 pousio, sem pastejo e sem adubação nitrogenada (pousio. A utilização do solo no inverno com cultivo consorciado de espécies para cobertura do solo permite alta produção de palha para proteção do solo no verão, reduzindo a infestação de plantas daninhas. Nas condições em que foi realizado o trabalho, o uso do solo no inverno com pastagens anuais permite elevada infestação de plantas daninhas no verão, pois a quantidade de palha remanescente é pequena.Economically viable alternatives for winter soil use in southern Brazil are scarce. During this period, pasture cultivated under crop-livestock system is an alternative. The objective of this study was to evaluate the effect of different winter soil uses on weed infestation in maize cultivated in succession. Two experiments were carried out from May, 2006 to April, 2007. Five alternatives of winter soil use were investigated: 1 multi-cropping with black oat + ryegrass + vetch + arrow leaf clover without grazing and nitrogen fertilization (multi

  4. Otimização da utilização de marcadores moleculares microssatélites e sua aplicação em estudos com plantas daninhas Optimization of the use of micro-satellite molecular markers in weed science studies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I.C.G.R Goulart

    2011-01-01

    Full Text Available Apesar de existirem marcadores moleculares mais específicos, os marcadores microssatélites apresentam grande potencialidade de utilização na área de plantas daninhas devido à sua crescente disponibilização em outras espécies e à qualidade das informações proporcionadas. O uso convencional dos marcadores moleculares microssatélites demanda grande quantidade de trabalho e recursos financeiros. O objetivo deste trabalho foi descrever a técnica da cauda fluorescente como forma de otimização da utilização de marcadores moleculares microssatélites, utilizando como exemplo um estudo de identificação de híbridos entre arroz-vermelho e cultivado. Foram utilizadas como modelo plantas de arroz cultivado, arroz-vermelho e o híbrido originado do cruzamento artificial dessas plantas. A técnica da cauda fluorescente consiste na síntese do iniciador forward com a sequência desejada e a adição da sequência de um iniciador universal, que corresponde à chamada cauda. A detecção da amplificação é realizada em equipamento de eletroforese capilar automatizada, através da utilização de um iniciador universal sintetizado com fluoróforo. O sistema desenvolvido foi eficiente na identificação da hibridização entre arroz cultivado e vermelho e apresenta viabilidade de utilização, por exemplo, em estudos de fluxo gênico da resistência a herbicidas e de caracteres relacionados à adaptação diferencial entre essas plantas. A técnica da cauda fluorescente possibilitou o uso de diversos marcadores moleculares a partir de um único marcador fluorescente e viabilizou a realização das análises em multiplex. O aumento da disponibilidade e do conhecimento de técnicas moleculares pode proporcionar melhor elucidação em vários estudos relacionados a espécies de plantas daninhas que possuem pouca disponibilidade de marcadores moleculares específicos.Although more specific molecular markers have been developed, micro

  5. Herança da resistência aos herbicidas inibidores da ALS em biótipos da planta daninha Euphorbia heterophylla Inheritance of ALS inhibitor resistance in Euphorbia heterophylla weed biotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. Vargas

    2001-12-01

    Full Text Available Os herbicidas inibidores da ALS são os principais produtos aplicados para o controle da planta daninha amendoim-bravo (Euphorbia herterophylla em lavouras de soja; no entanto, já foram identificados biótipos desta planta daninha resistentes a estes herbicidas no Brasil. O objetivo desta pesquisa foi estudar a herança, o número de genes que conferem a resistência e o grau de resistência dos biótipos homozigotos e heterozigotos resistentes. Foram realizados cruzamentos recíprocos entre os genitores suscetíveis e resistentes para obtenção de sementes F1 e, posteriormente, realizaram-se os retrocruzamentos (RC com os genitores resistente (R e suscetível (S. Plantas F1 foram autofecundadas artificialmente para obtenção da geração F2. As plantas F1, F2, RCr e RCs e dos genitores foram tratadas com o herbicida imazethapyr (150 g ha-1. Para avaliar o grau de resistência, plantas F1 e os genitores resistente e suscetível foram tratados com as doses de imazethapyr de 0, 100, 200, 400, 800 e 1.600 g ha-1. As plantas F1 mostraram-se totalmente resistentes ao herbicida, demonstrando que a resistência é nuclear e dominante. As plantas F2 apresentaram alta probabilidade para segregação 3:1, indicando que a resistência é codificada por um gene dominante. A aplicação de doses de imazethapyr sobre as plantas F1 demonstrou que os biótipos homozigotos resistentes e os heterozigotos apresentam o mesmo grau de resistência para doses de até 1.600 g ha-1 deste herbicida. A resistência é codificada por um gene dominante nuclear com dominância completa.The ALS inhibitor herbicides are the main products applied to control Euphorbia heterophylla in the soybean crop; however, resistant biotypes to these herbicides have been identified in Brazil. This research aimed to study the inheritance, number of genes involved in the resistance and the degree of resistance of the homozygous and heterozygous resistant biotypes. Reciprocal crossings (RSs

  6. Deposição de glyphosate aplicado para controle de plantas daninhas em soja transgênica Glyphosate deposition for weed control in transgenic soybean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.L.P. Gazziero

    2006-01-01

    Full Text Available Inúmeros fatores estão envolvidos na tecnologia de aplicação de um herbicida, sendo a deposição correta fundamental para que o produto possa expressar sua eficiência. Com o objetivo de avaliar a deposição de uma solução traçante constituída de glyphosate Roundup Ready (0,96 kg e.a. ha-1 + corante FDC-1 (1.500 ppm, foi conduzido um experimento em área semeada com soja transgênica e infestada com amendoim-bravo (Euphorbia heterophylla, localizada em Londrina-PR. As aplicações foram efetuadas em diferentes estádios de desenvolvimento da cultura, correspondendo a 17, 24, 31, 38 e 45 dias após a emergência da soja. Os alvos, plantas de soja, amendoim-bravo e placas na superfície do solo (linha e entrelinha, foram coletados após pulverização, e a solução traçante foi nestes depositada, posteriormente recuperada através de lavagem com agitação em água destilada. As amostras das soluções recuperadas foram submetidas à análise, utilizando-se procedimentos espectrofotométricos, e os resultados de absorbância convertidos para concentração em µL cm-2 e µL por planta. As freqüências acumuladas dos dados originais de depósito foram adequadamente ajustadas segundo modelo de Gompertz, apresentando elevada precisão (R² > 0,95. Os resultados indicaram que o depósito da calda de pulverização nas plantas de soja e amendoim-bravo reduziu progressivamente com o desenvolvimento da cultura e infestação, sugerindo que a maior garantia de eficiência de controle pode ser conseguida com aplicações precoces.Several factors are involved in herbicide application technology, with correct deposition being essential to ensure product efficacy. To evaluate the deposition of a glyphosate tracer solution (RR with an FDC-1 dye, an experiment was carried out in a transgenic soybean cultivated area, infested with wild poinsettia (Euphorbia heterophylla. Applications were carried out at different crop development stages

  7. Efeito do condicionamento osmótico de sementes de soja sobre a habilidade competitiva da cultura com as plantas daninhas Soybean seed osmoconditioning effect on the crop competitive ability against weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    U.R. Nunes

    2003-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos do condicionamento osmótico de sementes de soja sobre o desempenho da cultura e sua habilidade competitiva com as plantas daninhas. As sementes de soja, da variedade UFV 16, colhidas nos estádios fenológicos R8 e R8 + 15 dias, foram submetidas ao condicionamento osmótico em solução de polietileno glicol (PEG 6000, a -0,8 MPa e 20ºC, por 96 horas. Como testemunha foram utilizadas sementes sem tratamento de pré-embebição, colhidas nos mesmos estádios fenológicos. Em laboratório, a germinação e o vigor das sementes foram avaliados pelo teste-padrão de germinação, utilizando-se o delineamento inteiramente casualizado, no esquema fatorial 2x2, com quatro repetições. A campo foram realizados dois experimentos, utilizando sementes com e sem condicionamento osmótico, colhidas também nos estádios fenológicos R8 e R8+15, respectivamente. Em ambos os experimentos, utilizando o delineamento de blocos casualizados com quatro repetições, foram avaliados os efeitos de diferentes períodos (0, 15, 30, 45, 60 e 125 dias após a emergência da soja de convivência da soja com as plantas daninhas. Os maiores valores de germinação e vigor, de estande inicial e final e de rendimento de grãos foram observados nos tratamentos com as sementes condicionadas e colhidas no estádio fenológico R8. As demais características agronômicas avaliadas (altura de plantas, número de nós, número de vagens por planta, número de sementes por planta, número de sementes por vagem e peso de 100 sementes não foram alteradas pelo condicionamento. O efeito competitivo cultura-planta daninha foi verificado pelos menores valores de biomassa seca de plantas daninhas, nos tratamentos em que foram utilizadas as sementes colhidas no estádio R8 e condicionadas osmoticamente.This work aimed to evaluate the effects of the osmotic conditioning of soybean seeds on its performance and competitive ability against

  8. Estudos anatômicos de folhas de espécies de plantas daninhas: II - Bidens pilosa, Emilia sonchifolia, Ageratum conyzoides e Sonchus asper Leaf anatomical studies in weed species: II - Bidens pilosa, Emilia sonchifolia, Ageratum conyzoides and Sonchus asper

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E.A. Ferreira

    2002-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi de estudar a anatomia das folhas das espécies de plantas daninhas de grande ocorrência no Brasil: Bidens pilosa, Emilia sonchifolia, Ageratum conyzoides e Sonchus asper, visando aprofundar o conhecimento sobre as barreiras que cada espécie impõe à penetração dos herbicidas e, assim, fornecer subsídios para a busca de estratégias para superar esses obstáculos. As folhas completamente expandidas do terceiro ao quinto nó foram coletadas de plantas de ocorrência espontânea no campo. Das folhas de cada espécie foram obtidas três amostras da região central mediana, com aproximadamente 1 cm². Foram realizados estudos de estrutura e clarificação e observações em microscópio eletrônico de varredura (MEV. Todas as espécies avaliadas são anfiestomáticas. As principais barreiras potenciais foliares à penetração de herbicidas constatadas na planta daninha B. pilosa foram a alta densidade tricomática, a baixa densidade estomática na face adaxial e o alto teor de cera epicuticular, principalmente na face adaxial. Alto teor de cera epicuticular, grande espessura da cutícula da face adaxial e baixa densidade estomática nas duas faces foram os obstáculos constatados nas folhas de E. sonchifolia. Já em relação a A. conizoides, a baixa densidade estomática na face adaxial foi o principal obstáculo detectado. S. asper apresentou como principais barreiras foliares à penetração de herbicidas a baixa densidade estomática na face adaxial e a grande espessura da epiderme da face adaxial.This research aimed to study leaf anatomy in the widely common Brazilian weed species Bidens pilosa, Emilia sonchifolia, Ageratum conyzoides and Sonchus asper, to acquire a better understanding of the barriers each species imposes upon herbicide penetration, and provide information on how to overcome these obstacles. The completely expanded leaves from the third to the fifth nodes were collected from plants

  9. Curvas dose-resposta em espécies de plantas daninhas com o uso do herbicida glyphosate(1 Dose-response curves in weed species with the use of herbicide glyphosate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz de Souza Lacerda

    2004-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar a resposta de diferentes espécies de plantas daninhas ao herbicida glyphosate, foi desenvolvido em câmara de crescimento um experimento inteiramente casualizado, com cinco repetições no Departamento de Produção Vegetal da ESALQ/USP. Para isso, foram estudadas seis espécies de plantas daninhas: Bidens pilosa L., Tridax procumbens L., Digitaria insularis (L. Fedde, Spermacoce latifolia Aubl., Ipomoea grandifolia L. e Commelina benghalensis L. Utilizou-se o herbicida glyphosate, inibidor da enzima EPSPs, com doses em escalas de 0,0; 11,3; 22,5; 45; 90; 180; 360; 720 e 1.440 g.ha-1 i.a. A elaboração das curvas dose-resposta foi feita pelo ajuste da equação dos dados coletados de biomassa verde utilizando o modelo log-logístico: Y = C+D-C / 1 + Exp{b[log(x-log(RC50]}, calculado por modelo estatístico não linear dos dados pelo programa estatístico SAS. Após a determinação das curvas dose-resposta nas espécies acima citadas concluiu-se que Bidens pilosa foi considerada a planta daninha mais suscetível ao herbicida glyphosate, pois apresentou menor RC50 (31,86 g.ha-1 i.a.. As espécies Tridax procumbens, Digitaria insularis, Spermacoce latifolia, Ipomoea grandifolia, Commelina benghalensis obtiveram RC50 de 58,40; 128,50; 250,44; 615,49 e >1.440 g.ha-1 i.a. respectivamente. Portanto, a quantidade necessária de herbicida para reduzir em 50% a biomassa verde foi de 1,83; 4,03; 7,86; 32 e >359,56 vezes maior em relação à Bidens pilosa respectivamente.With the objective of veryfing the response of different doses in species of weeds by herbicide glyphosate, an experiment was conducted in growth chamber in a completetly randomized design with three repetitions, in the Department of Vegetable Production at ESALQ/USP. For that, were chosen six species of weeds: Bidens pilosa L., Tridax procumbens L., Digitaria insularis (L. Feed, Spermacoce latifolia Aubl., Ipomoea grandifolia L. and Commelina benghalensis L

  10. Ocorrência de Commelina villosa como planta daninha em áreas agrícolas no estado do Paraná-PR, Brasil Occurence of Commelina villosa as weed in Paraná State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalva C. Rocha

    2000-01-01

    Full Text Available As trapoerabas pertencem à família Commelinaceae e são plantas daninhas de difícil controle em diferentes regiões do país. No Brasil, a espécie Commelina benghalensis destaca-se como a principal trapoeraba infestante nas culturas de soja, milho, café e citros. Outras duas espécies desse gênero, Commelina diffusa e Commelina erecta, também são conhecidas como infestantes de ocorrência freqüente no território nacional. Commelina villosa está registrada, até o momento, apenas para os Estados da Bahia e Goiás além do Distrito Federal. O presente trabalho teve como objetivos caracterizar e registrar a ocorrência de C. villosa no Estado do Paraná, onde pode estar sendo confundida com outras trapoerabas, principalmente C. benghalensis. Exemplares de C. villosa e C. benghalensis foram coletados, de forma aleatória, em lavouras de soja, feijão e milho, nos municípios de Ponta Grossa, Tibagi, Piraí do Sul, Guarapuava, Pato Branco, Francisco Beltrão, Cascavel, Campo Mourão e Londrina. Parte desse material foi herborizado para a confecção de exsicatas e outra parte foi mantida in vivo, cultivada no Departamento de Botânica, do Instituto de Biociências de Botucatu-UNESP. Caracteres morfológicos descritivos e quantitativos foram avaliados e as espécies comparadas entre si. C. villosa distinguiu-se de C. benghalensis por apresentar folhas maiores (9,76 x 3,26 cm, elíptica a elípticaestreita, sésseis, de coloração verde escura com manchas violáceas na face inferior, filetes translúcidos, entre outras características. A ocorrência de C. villosa no Paraná foi constatada em todos os municípios amostrados, com exceção de Campo Mourão e Londrina.Commelinaceae are weeds with unsatisfactory control in different parts of the country. Commelina benghalensis is the main Commelinaceae weed in soybean, corn, coffee and orange crops in Brazil. Commelina diffusa and Commelina erecta are also known as common weeds in national

  11. Mapas de infestação de plantas daninhas em diferentes Sistemas de colheita da cana-de-açúcar Weed infestation maps under different sugarcane harvest systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2008-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar as diferenças entre o banco de sementes de área cultivada com cana-de-açúcar colhida mecanicamente e o de área colhida após a queima do canavial, utilizando-se técnicas de agricultura de precisão. As amostragens de solo para determinação do banco de sementes foram realizadas utilizando-se grade amostral regular de 2 ha. Os mapas de infestação foram obtidos pela técnica de interpolação por "krigagem". Observou-se que o talhão de cana crua possui menor potencial de infestação de plantas daninhas em relação ao talhão de cana queimada, principalmente monocotiledôneas; entretanto, algumas dicotiledôneas podem ser selecionadas, como as do gênero Ipomoea. Conclui-se que a agricultura de precisão pode ser uma ferramenta útil para determinar mapas de infestação de plantas daninhas e que a palha de cana-de-açúcar em sistemas de cana crua pode ser utilizada como fator de supressão de várias espécies.The objective of this work was to identify the differences between the seedbank of a sugarcane field harvested mechanically and a that of a burned sugarcane field, using precision agriculture techniques. The soil sampling for seedbank determination were performed using a 2 ha regular sampling grid. The weed infestation maps were obtained by the kriging interpolation technique. The green sugarcane field presented lower weed infestation potential compared to the burnt sugarcane field, specially the monocotyledonous species. However, some dicotyledonous species can be selected, such as the Ipomoea. It was concluded that precision agriculture can be useful tool for determination of weed infestation maps and that sugarcane straw can be used as a suppression factor for various species.

  12. Produção e características qualitativas de sementes de plantas daninhas Production and qualitative characteristics of weed seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.B. Santos

    2002-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção (número e peso e a composição (teores de lipídeo total, proteína total, carboidrato e cinzas de sementes de Euphorbia heterophylla (biótipos suscetível e resistente aos herbicidas inibidores da ALS, Bidens pilosa e Desmodium tortuosum em condições de campo. Os biótipos de E. heterophylla apresentaram maiores valores para peso de 100 sementes. D. tortuosum produziu maior número de sementes por planta (714,2. Para todas as espécies avaliadas, a maior parte da reserva da biomassa seca das sementes foi constituída por carboidrato, e B. pilosa apresentou o maior acúmulo (61,7%. Biótipos de E. heterophylla acumularam maiores quantidades de lipídeos e de cinzas, enquanto D. tortuosum acumulou maior teor de proteínas (34,8%. Biótipos de E. heterophylla não diferiram quanto a produção e composição de suas sementes.The objective of this work was to evaluate the production (number and weight and composition (contents of lipid, protein, carbohydrate and ashes of Euphorbia heterophylla seeds (susceptible and resistant biotypes to ALS-inhibiting herbicides, Bidens pilosa and Desmodium tortuosum under field conditions. Biotypes of E. heterophylla presented the highest weight of 100 seeds. D. tortuosum produced the largest number of seeds per plant (714.25. For all the evaluated species, most of the seed dry biomass reserve was constituted of carbohydrate with B. pilosa presenting the largest accumulation (61.7%. Biotypes of E. heterophylla accumulated higher amounts of lipids and ashes, while D. tortuosum accumulated higher protein content (34.8%. Biotypes of E. heterophylla did not differ in their seed production and composition.

  13. Comportamento do algodoeiro herbáceo (Gossypium hirsutum latifolium Hutch. e controle de plantas daninhas com o uso dos herbicidas diuron e sethoxydim The behavior of upland-type cotton (G. hirsutum latifolium Hutch. and the control of weeds after the use of diuron and sethoxydim herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.E. de M. Beltrão

    1983-06-01

    Full Text Available Com a finalidade de verificar o comportamento do algodoeiro herbáceo, cultivar IAC-17, bem como o controle de plantas daninhas e aspectos competitivos do complexo floristico infestante sobre a cultura, na presença dos herbicidas diuron e sethoxydim, foi realizado um ensaio no município de Viçosa, Minas Gerais. O solo do local experimental, Podzólico Vermelho-Amarelo, apresenta textura argilosa, com 1,38% de carbono orgânico e de baixa fertilidade natural. O diuron foi aplicado em pré-emergência nas doses de 0,0; 0,8; 1,6 e 2,4 kg/ha e o sethoxydim, em pós-emergência, nas doses de 0, 150, 300, 450 e 600 g/ha. O ensaio foi instalado em blocos ao acaso, com 21 tratamentos em esquema fatorial (4 x 5 + 1, sendo 20 deles envolvendo o controle químico, resultantes de todas as combinações das doses desses herbicidas e uma testemunha relativa onde o controle foi realizado com o uso da enxada. Avaliaram-se várias características do crescimento e desen vol vimento da cul tura, tai s como área fol iar, índice de área folia r, ren dimento de algodão em rama, altura da plant a, diâmetro do caule etc.; e, por meio de mét odos sin ecológico s, a densidade populac ional e peso da fitomassa hidratada epí gea das esp éci es daninhas dominant es, e o total de todas as espécies. O diuron exerceu um elevado contro le de lat ifo liadas, como botão-de -ouro (Galin soga parvif lora Cav. e picão-preto (Biden spilosa L., nas doses de 1,6 e 2,4 kg/ ha. O sethoxydim mesmo na menor dose testada (150 g/h a controlou totalmente o capim-marmelada (Brachiaria planta ginea (Link. Hitch . Nenhum dos herbicidas controlou a falsa -serralha (Emilia sonc hi folia DC., porém referida planta daninha não reduziu o crescimento da cultura, mostrando- se de baixa força de competição. As plantas daninhas que apresentaram maiores forças de competição foram o botão-de-ouro, por apresentar maior densidade populacional, e o capim-marmelada, por ser de maior

  14. Diferenças morfológicas entre Amaranthus cruentus, cv. BRS Alegria, e as plantas daninhas A. hybridus, A. retroflexus, A. viridis e A. spinosus Morphological differences between Amaranthus cruentus, cv. BRS Alegria, and the weed species A. hybridus, A. retroflexus, A. viridis and A. spinosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.R. Spehar

    2003-12-01

    Full Text Available O pseudocereal amaranto, com as espécies Amaranthus caudatus, A. cruentus e A. hypochondriacus, domesticado pelas populações indígenas antes que a América fosse descoberta, tem se adaptado aos sistemas produtivos dos cerrados. A planta apresenta panículas apicais, divididas em pequenos ramos com frutos do tipo pixídio, com uma semente cada. Estas germinam rapidamente em presença de umidade, após atingirem a maturação fisiológica. No início da fase vegetativa, o amaranto cultivado pode confundir-se com espécies de plantas daninhas do mesmo gênero (A. hybridus, A. retroflexus, A. viridis e A. spinosus, as quais estão associadas à expansão agrícola. As diferenças morfológicas tornam-se mais visíveis após o florescimento: ramificações com flores axilares e terminais, em contraste com o amaranto, no qual a inflorescência (panícula é apical; as sementes claras das espécies cultivadas contrastam com as das invasoras, que são escuras. BRS Alegria (A. cruentus, cultivar pioneiro no Brasil, apresenta plantas com 180 cm, das quais a panícula ocupa 48 cm; maturação fisiológica aos 90 dias; resistência ao acamamento; e 0,68 g por 1.000 sementes, com produção de 2,3 t ha¹ (sementes e 5,6 t ha-1 (biomassa total. As sementes nas plantas daninhas são menores, germinam gradativamente e podem permanecer no solo por muitos anos, infestando as áreas. As diferenças morfológicas detectadas na experimentação demonstram que as espécies são distinguíveis; elas contribuem para orientar a produção de sementes e o cultivo comercial de amaranto, enfatizando as características de adaptação, em contraste com as das invasoras do mesmo gênero botânico.The pseudocereal grain amaranth, with the species Amaranthus caudatus, A. ruentus e A. hypochondriacus, domesticated by indigenous populations before America was discovered, has shown adaptability to production systems in the Brazilian savannah. The plants present apical

  15. Absorção e utilização do nitrogênio pelas culturas da soja e do feijão e por plantas daninhas Nitrogen uptake and use by soybean and bean crops and by weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.O. Procópio

    2004-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência na absorção e utilização do nitrogênio (N pelas culturas da soja e do feijão e por plantas daninhas freqüentemente encontradas nas áreas agrícolas do Brasil. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com três repetições, em esquema fatorial 6 x 4, sendo seis espécies vegetais: soja (Glycine max, feijão (Phaseolus vulgaris, dois biótipos de Euphorbia heterophylla (suscetível e resistente aos herbicidas inibidores da ALS, Bidens pilosa e Desmodium tortuosum; e quatro doses de N (0, 20, 40 e 80 mg dm-3 avaliado em casa de vegetação. A aplicação do N foi realizada adicionando-se 60% do fertilizante sulfato de amônio (20% de N na semeadura e o restante em cobertura, dividida em duas aplicações: 20 e 30 dias após plantio (DAP. A espécie vegetal que mais respondeu em aumento de área foliar, com a adição de doses crescentes de N, foi B. pilosa; todavia, nos tratamentos sem aplicação ou com a aplicação das menores doses desse nutriente, a soja apresentou a maior área foliar. Também a soja acumulou a maior biomassa em seu sistema radicular, tendendo, porém, a diminuir com a adição de N. B. pilosa e os biótipos de E. heterophylla aumentaram seu acúmulo de biomassa com o incremento do fornecimento de N. Nenhuma espécie respondeu à adubação com N em relação ao aumento no teor desse nutriente em seus tecidos; entretanto, observou-se que as leguminosas apresentaram maior teor do que as espécies pertencentes às demais famílias. O conteúdo total de N nos tecidos da cultura da soja diminuiu com o aumento da dose aplicada; já para todas as espécies de plantas daninhas, o conteúdo acumulado de N aumentou com o incremento das doses. A maior eficiência das raízes na absorção de N foi constatada para as plantas de feijão. B. pilosa e os biótipos de E. heterophylla foram as espécies que demonstraram maior eficiência na utilização do

  16. pH foliar e deposição de gotas de pulverização em plantas daninhas aquáticas: Brachiaria mutica, Brachiaria subquadripara e Panicum repens Leaf pH and spray droplet deposition in aquatic weeds: Brachiaria mutica, Brachiaria subquadripara and Panicum repens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.V. Costa

    2005-06-01

    Full Text Available A diversidade morfológica da superfície foliar existente entre as espécies de plantas e a presença de estruturas foliares, como tricomas, estômatos, cutícula e ceras, podem exercer grande influência na aderência e deposição das gotas de pulverização, assim como na absorção do herbicida. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho foi estudar, em plantas daninhas aquáticas emersas (Brachiaria mutica, Brachiaria subquadripara e Panicum repens, o pH foliar, bem como a área de molhamento de gotas de pulverização na superfície foliar adaxial e abaxial. O experimento foi conduzido no Núcleo de Pesquisas Avançadas em Matologia - NUPAM, pertencente à Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu/SP - UNESP. As plantas foram cultivadas em caixas d'água no campo, quando elas atingiram seu pleno desenvolvimento (antes do florescimento, foram feitas as avaliações de pH foliar e da área de molhamento de gotas de pulverização. As tensões superficiais das gotas depositadas (0,5 µL, apresentadas pelas soluções de glyphosate aplicado isoladamente (5,0% v v-1, Rodeo 480g L-1 e.a. - produto comercial, glyphosate + Aterbane BR (5,0% + 0,5% v v-1, glyphosate + Silwet L-77 (5,0% + 0,05% v v-1, além das soluções com os adjuvantes isolados, Aterbane BR (0,5% v v-1 e Silwet L-77 (0,05% v v-1, foram respectivamente de 72,1; 28,7; 23,3; 37,3; e 22,1 mN m-1. As médias obtidas de pH foliar variaram entre 5,71 e 6,03, destacando-se a espécie B. mutica, com valores de 5,72 e 6,03 para as faces adaxial e abaxial, respectivamente. Contudo, mais estudos devem ser realizados para verificar a influência do pH foliar na absorção de herbicidas por espécies daninhas aquáticas. Das plantas daninhas aquáticas avaliadas, B. subquadripara foi a espécie que obteve as maiores médias de área de molhamento nas faces adaxial e abaxial da folha, proporcionadas pelas soluções de glyphosate + Aterbane BR, glyphosate + Silwet L-77 e Silwet L-77

  17. CRITICAL COMPETITION PERIOD BETWEEN COTTON AND (Gossypium hirsutum L. HARMFUL WEED COMMUNITIES IN THE GOIÁS STATE PERÍODO CRÍTICO DE COMPETIÇÃO ENTRE COMUNIDADES DE PLANTAS DANINHAS E O ALGODOEIRO (Gossypium hirsutum L. NO ESTADO DE GOIÁS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armando M. Macêdo

    2007-09-01

    Goiânia, Estado de Goiás, em latossolo vermelho-escuro distrófico textura franco argilosa, acidez moderada e baixo teor de matéria orgânica. Os tratamentos foram: capinas até 2, 4, 6, 8 primeiras semanas e durante todo o ciclo e capinas após 2, 4, 6, 8 primeiras semanas e todo o ciclo sem capinas. Os resultados mostraram que a competição das plantas daninhas com a cultura, quando não controlada, provocou 88,75% de perda na produção, em Goiânia, e 90,65% em Rio Verde. Em relação à testemunha, mantida livre de competição durante todo o ciclo, o melhor rendimento foi obtido quando se manteve a cultura livre de competição durante oito semanas após a emergência do algodoeiro, em Rio Verde, e durante 4, 6, 8 semanas na 6ª semana, em Rio Verde, e em Goiânia na 4ª semana após a emergência do algodoeiro.

  18. Plantas consideradas daninhas para culturas como fontes de néctar e pólen Plant species considered weeds as source of nectar and pollen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mitzi Brandão

    1984-01-01

    Full Text Available São relacionadas 164 espécies de plantas consideradas danin has às culturas, no Estado de Minas Gerais, e que são produtoras de néctar e pólen. Essas plantas poderiam ser exploradas economicamente, visando o fornecimento de matéria prima a apicultura, e como fonte de alimento para os insetos polinizadores.There are related 164 species of weed plants of cultures in the state of Minas Gerais as source of nec tar and nectar and pollen. These plants could be used economically for the purpose of supply of raw material to the apiculture and as source of food for the pollination insects.

  19. Phytochemistry and quantification of polyphenols in extracts of the Asteraceae weeds from Diamantina, Minas Gerais state, Brazil Fitoquímica e quantificação de polifenóis em extratos de plantas daninhas Asteraceae de Diamantina, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. Petacci

    2012-03-01

    Full Text Available Asteraceae weeds are rich in chemicals that have biological and pharmaceutical activities. The aims of this work were to describe the phytochemistry and quantify the polyphenols in ethanol extracts from leaves of 12 species of Asteraceae weeds collected in Diamantina, Minas Gerais State, Brazil. The screening of Asteraceae extracts revealed the presence of tannins, steroids, triterpenes, anthocyanins, and flavonoids. The total phenolic content was high in extracts of Lychnophora ericoides (147.97 ± 2.66, Lepidaploa lilacina (141.11 ± 1.99, and Eremanthus elaeagnus (134.61 ± 7.81 and low in extracts of Lychnophora ramosissima (32.65 ± 0.70, and Lychnophora sp. (54.03 ± 0.73. Extracts of Asteraceae weeds from Diamantina could have potential for biological studies that are searching for new pesticides and drugs.Plantas daninhas Asteraceae são ricas em substâncias químicas com atividades biológicas e farmacêuticas. Os objetivos deste trabalho foram descrever a fitoquímica e quantificar os polifenóis em extratos etanólicos de folhas de 12 espécies de plantas daninhas Asteraceae coletadas em Diamantina, Minas Gerais, Brasil. A triagem de extratos de Asteraceae revelou a presença de taninos, esteroides, triterpenos, antocianinas e flavonoides. O conteúdo de fenóis totais foi alto para extratos de Lychnophora ericoides (147,97 ± 2,66, Lepidaploa lilacina (141,11 ± 1,99 e Eremanthus elaeagnus (134,61 ± 7,81 e baixo em extratos de Lychnophora ramosissima (32,65 ± 0,70 e Lychnophora sp. (54,03 ± 0,73. Extratos de plantas daninhas Asteraceae de Diamantina podem ter potencial em estudos biológicos que estão à procura para pesticidas e drogas.

  20. Temperatura base para emissão de folhas e nós, filocrono e plastocrono das plantas daninhas papuã e corriola Base temperature for leaf and node appearance, phyllochron and plastochron in the weeds Alexander grass and Morning glory

    OpenAIRE

    Gizelli Moiano de Paula; Nereu Augusto Streck

    2008-01-01

    O papuã (Brachiaria plantaginea) e a corriola (Ipomoea triloba) são importantes plantas daninhas de culturas anuais. O filocrono (intervalo de tempo entre o aparecimento de duas folhas sucessivas) e o plastocrono (intervalo de tempo entre o aparecimento de dois nós sucessivos) são importantes parâmetros do desenvolvimento vegetal. A soma térmica é usada para expressar tempo no filocrono e no plastocrono e o seu cálculo implica o conhecimento da temperatura base. O objetivo do trabalho foi est...

  1. Comportamento de diversas plantas daninhas, de ocorrência comum no estado de São Paulo, em relação a duas espécies de nematóides das galhas: primeira parte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.C.C.B. Ferraz

    1985-12-01

    Full Text Available Estudou-se o comportamento de 10 espécies de plantas daninhas, comuns no Estado de São Paulo, quando o solo em que vegetavam foi inoculado com os nematóides das galhas Meloidogyne incognita raça 4 ou M. javanica. As avaliações foram feitas 50 dias após a inoculação dos parasitos, baseando-se nos números de galha s e ootec as pre sentes nas raízes e nos valores de altura e de pesos secos da parte aérea e sistemas radiculares das plantas. Em relação as duas espécies de nematóides, comportaram-se como alta mente suscetíveis Alternaria ficoidea (apaga -fogo e Ipomoea acuminata (cordade -viola , como olerantes Amaranthus hybridus var. patulus (caruru e Commelina virgunica (trapoeraba, como pouco suscetível Euphorbia heterophylla (amendoim bravo e como altamente resistentes Blainvillea rhomboidea (erva - palha, Crotonn glandulosus (gervãobranco, Emilia sonchifolia (serralha e Tagetes minuta (cravo-de-defunto. O carrapicho-de-carneiro, Acant horpermum hispidum, mostrou-se altamente resis tente a M. incognita raça 4 e moderadamente suscetível a M. javanica.The behaviour of ten different weed species belonging to Amaranthaceae, Commelinaceae, Compositae, Convolvulaceae and Euphorbiaceae in relation to the root-knot nematodes Meloidogyne incognita race 4 and M. javanica was studied under greenhouse conditions. Evaluations were carried out 50 days after the nematode inoculations, by means of gall and egg masses indexes observed in the root systems and through the determination of height and/or top dry weight of the plants. Alternanthera ficoidea and Ipomoea acuminate were considered highly suscetible to both nematode species; Amaranthus hybridus var. patul us and Commelina virgunica were tolerant to the arasites whereas Euphorbia heterophylla showed low susceptibility; Acanthospernum hispidum was conside red moderately suscetible to M. javanica and highly resistant to M. incognita race 4; all other weeds - Blainvillea rhomboidea

  2. Weeds under the canopies of tree species submitted to different planting densities and intercropping Plantas daninhas sob copas de espécies arbóreas submetidas a consórcios e densidades de plantio diferentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.D Souza

    2013-03-01

    Full Text Available Assessing the growth and floristic composition of species that grow under the canopy of trees is important for weed control (WC. The objective of this study was to assess two experiments (E1 and E2, when the trees were two years and one year of age, respectively. In E1, sabiá (S and gliricidia (G were submitted to planting densities from 400 to 1.200 plants ha-1. In E2, growing systems consisting of S, G, and neem (N combinations were compared: SSS, GGG, NNN, GSG, NSN, SGS, NGN, SNS, and GNG (each letter represents a row of plants. A random block design was adopted, with three (E1 and four (E2 replicates. In E1, treatments were arranged as split-plots (species in plots. In E2, the degrees of freedom for treatments (8 were partitioned into growing systems (treatments that involved the same species and between growing system groups (2. Twenty-one weed species were found in E1. Gliricidia attained greater plant height than sabiá, but these species did not differ in canopy diameter, number of weed species per plot, and weed green and dry biomass of the shoot. Higher planting densities resulted in the reduction of all those traits. Twenty-six weed species were found in E2. Growing systems that included gliricidia showed canopies with greater diameters than growing systems that included neem. There were no differences between growing systems for number of weed species per plot and for weed green and dry biomass of the shoot.Avaliações do crescimento e da composição florística de espécies que vegetam sob a copa das árvores são importantes no controle de plantas daninhas (PD. O objetivo deste trabalho foi realizar essas avaliações em dois experimentos (E1 e E2, quando as árvores tinham idades de dois anos e um ano, respectivamente. Em E1, sabiá (S e gliricídia (G foram submetidas a densidades de plantio de 400 a 1.200 plantas ha-1. Em E2, foram comparados sistemas de cultivo de S, G e nim (N: SSS, GGG, NNN, GSG, NSN, SGS, NGN, SNS e GNG

  3. Glifosato aplicado com diferentes concentrações de uréia ou sulfato de amônio para dessecação de plantas daninhas Glyphosate applied with different concentrations of urea or ammonium sulfate for weed desiccation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saul Jorge Pinto de Carvalho

    2008-11-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a eficácia do herbicida glifosato, para a dessecação de trapoeraba (Commelina benghalensis e outras plantas daninhas, quando combinado a diferentes concentrações de sulfato de amônio ou uréia. Foram conduzidos três experimentos com tratamentos semelhantes: dois em campo e um em casa de vegetação. Os tratamentos aplicados em campo foram: glifosato (360 g ha-1 de e.a., isolado ou acrescido de quatro concentrações de sulfato de amônio (2,5, 5, 10 e 20 g L-1 ou uréia (1,5, 3, 6 e 12 g L-1; glifosato a 720 g ha-1 de e.a., aplicado isoladamente; e testemunha sem aplicação. Em casa de vegetação, para o controle específico da trapoeraba, as doses de glifosato foram elevadas para 720 (isolado e nas combinações e 1.440 g ha-1 de e.a. A adição de sulfato de amônio à calda do glifosato elevou o controle das plantas daninhas em campo, para as concentrações com até 10 g L-1. O herbicida glifosato não foi eficaz no controle da trapoeraba, em nenhumas das doses usadas. A adição de uréia não promoveu incrementos de controle em condição de campo; porém, para concentrações de até 6 g L-1, melhorou o controle da trapoeraba, na avaliação conduzida aos 28 dias após aplicação.This work was developed with the objective of evaluating glyphosate efficacy for Bengal dayflower (Commelina benghalensis and other weeds desiccation, when combined to different concentrations of ammonium sulfate or urea. Three experiments were carried out with similar treatments: two in field conditions and one in greenhouse. Treatments applied in field conditions were: glyphosate at 360 g ha-1 a.e., isolated or combined to four concentrations of ammonium sulfate (2.5, 5, 10, and 20 g L-1 or urea (1.5, 3, 6, and 12 g L-1; glyphosate at 720 g ha-1 a.e., applied isolately; and checks without application. In greenhouse, for the specific control on Bengal dayflower, glyphosate rates were increased to

  4. DINÂMICA POPULACIONAL DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DO MILHO SOB DIFERENTES MANEJOS EM PLANTIO DIRETO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MANOEL MOTA DOS SANTOS

    2010-01-01

    Full Text Available This work aimed to study the weed population dynamics of weeds and their influence to analyze in the corn production with the reduction of the space between lines in no-tillage system. The study was conducted in 2003/04 agricultural years, at the Experimental Station of Coimbra ¿ UFV. The experiment was conducted in a complete randomized block design. Treatments were arranged in a 3 x 3 x 2 factorial scheme with four replicates (three cultivars - UFVM 100, AG 9010 and AG 1051 three nitrogen application ways (0, 120 kg ha-1 of N in planting and 30 kg ha-1 at sowing + 90 kg ha-1 at four fully expanded leaves and two plant spacing (1.0 and 0.5 m. For the phytosociological study, a square of 0.30 m of side was used, thrown at random once in each treatment before the application of the herbicides and 30 and 60 days after the application. The species with the highest density was Artemisia verlotorium, whatever the time of assessment and management used throughout the sampling dates. The population dynamics and the mass accumulation dries of the plants were not influenced by the spacing of the corn, for the nitrogen fertilization and for the studied cultivars. The spacing reduction, from 1.0 m to 0.50 m, provided an increase of 8% in grains productivity.

  5. Temperatura base para emissão de folhas e nós, filocrono e plastocrono das plantas daninhas papuã e corriola Base temperature for leaf and node appearance, phyllochron and plastochron in the weeds Alexander grass and Morning glory

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gizelli Moiano de Paula

    2008-12-01

    Full Text Available O papuã (Brachiaria plantaginea e a corriola (Ipomoea triloba são importantes plantas daninhas de culturas anuais. O filocrono (intervalo de tempo entre o aparecimento de duas folhas sucessivas e o plastocrono (intervalo de tempo entre o aparecimento de dois nós sucessivos são importantes parâmetros do desenvolvimento vegetal. A soma térmica é usada para expressar tempo no filocrono e no plastocrono e o seu cálculo implica o conhecimento da temperatura base. O objetivo do trabalho foi estimar a temperatura base para emissão de folhas e nós, o filocrono e o plastocrono em papuã e corriola, respectivamente. Os dados usados no trabalho são provenientes de um experimento com milho realizado em Santa Maria, RS, em várias épocas durante o ano agrícola 2005/2006. Em cada parcela de milho, foram deixadas crescer duas plantas de papuã e duas plantas de corriola. Na haste principal destas plantas, foram medidos, uma vez por semana, o Estágio de Haun (HS no papuã e o número de nós visíveis (NN na corriola. A temperatura base estimada usando a metodologia do menor valor de Quadrado Médio do Erro (QME foi de 3°C para o papuã e 7°C para corriola. O filocrono em papuã variou de 100,1°C dia folha-1 a 142,6°C dia folha-1 em função da época do cultivo do milho e o plastocrono em corriola não diferiu entre épocas de cultivo sendo, em média, 38,8°C dia nó-1.Alexander grass (Brachiaria plantaginea and Morning glory (Ipomoea triloba are important weeds in annual crops. The phyllochron (time interval between the appearance of two successive leaves and the plastochron (time interval between the appearance of successive nodes are important parameters of plant development. Thermal time is used to express time in the phyllochron and in the plastochron, and in the calculation of thermal time the value of the base temperature is needed. The objective of this study was to estimate the base temperature for leaf and node appearance, the

  6. Absorção e utilização do fósforo pelas culturas da soja e do feijão e por plantas daninhas Absorption and use of phosphorus by soybean and common bean crops and by weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio de Oliveira Procópio

    2005-12-01

    Full Text Available A aplicação de fertilizantes pode, em determinadas situações, beneficiar mais as plantas daninhas do que as próprias culturas. O manejo de fertilizantes em sistemas agrícolas pode ser um importante componente em programas de manejo integrado das culturas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência na absorção e utilização do P pelas culturas da soja e do feijão e por espécies de plantas daninhas. O experimento foi realizado em casa de vegetação, no período de agosto a novembro de 2002. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com três repetições; os tratamentos originaram-se de esquema fatorial 6 x 4, sendo seis espécies vegetais: soja (Glycine max, feijão (Phaseolus vulgaris, dois biótipos de Euphorbia heterophylla (suscetível e resistente aos herbicidas inibidores de ALS, Bidens pilosa e Desmodium tortuosum; e quatro doses de P (0,00 12,00; 24,00 e 48,00 mg dm-3, aplicadas na semeadura sob a forma de superfosfato simples. A soja foi a espécie que revelou maior aumento na sua massa seca de raízes com o incremento do fornecimento de P. D. tortuosum, soja e B. pilosa apresentaram maior resposta à adição de doses crescentes de P em relação ao acúmulo de massa seca. O maior teor de P foi constatado para o feijão, independente da dose de P aplicada, contudo D. tortuosum foi a única espécie a ter seu teor de P aumentado em quase três vezes, quando cultivado com o dobro da dose aplicada (48,00 mg dm-3, com base nas necessidades da cultura do feijão. Até a avaliação realizada no início do florescimento, as plantas de soja e D. tortuosum foram as espécies que acumularam a maior quantidade de P em seus tecidos, porém, durante a fase reprodutiva foi D. tortuosum a qual, juntamente com feijão, apresentaram variações quanto à eficiência de suas raízes em absorver P, de acordo com a dose desse nutriente, enquanto as demais espécies mantiveram a mesma eficiência radicular

  7. Plantas que curam: eficácia simbólica na religiosidade popular

    OpenAIRE

    Ednara França Dayana Silva

    2012-01-01

    O uso das plantas se insere nas práticas medicinais populares de cura de doenças físicas e espirituais. Curandeiros, benzedores e parteiras utilizam recursos da natureza para fazerem chás, garrafadas, emplastos, banhos, são conhecedores de plantas “poderosas” ou “sagradas”, aquelas que possuem o poder de proteger, afastar e curar males que afetam o corpo ou a parte espiritual. A medicina tradicional se fundamentada na visão mágica ou mágico-religiosa que cria um conjunto de valores e crenças ...

  8. Variação do tamanho de sementes de plantas daninhas e sua influência nos padrões de emergência das plântulas Weed seed size variation and its influence on seedling emergence patterns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R Araldi

    2013-03-01

    Full Text Available Estudos relacionados ao tamanho de sementes e sua influência no processo germinativo de plantas daninhas são necessários devido à grande importância das espécies e à escassez de informações relacionadas à produção de sementes dessas plantas. Dessa forma, este trabalho objetivou estudar a variação do tamanho de sementes de 12 espécies de plantas daninhas e a emergência de duas dessas espécies semeadas em diferentes profundidades. Foi mensurado o peso unitário de 200 sementes por espécie de planta daninha selecionada e estabelecidas curvas de distribuição das frequências não acumuladas para o peso das sementes das espécies, utilizando-se o modelo de Gompertz. Após a classificação por tamanho (pequenas, médias e grandes, sementes de Ipomoea purpurea e Brachiaria decumbens foram semeadas em campo, em canteiros de 1,2 m², em diferentes profundidades no solo (2, 4, 6, 8 e 10 cm de cada tratamento (profundidade; efetuaram-se quatro repetições. De maneira geral, no primeiro estudo, os resultados indicaram que não há como se referir ao peso de sementes das espécies de plantas daninhas estudadas considerando-se apenas a média dessa característica, devido à variação que pode ser encontrada. Essa grande variação no tamanho das sementes pode estar associada, também, a variações nos padrões de emergência, o que foi verificado no segundo estudo para a espécie I. purpurea. O índice de velocidade de emergência para I. purpurea foi maior para 4 cm de profundidade nas sementes pequenas, 8 cm nas sementes médias e de 6 a 10 cm de profundidade nas sementes grandes.Studies on seed size and its influence on the process of weed germination are needed because of the importance of the species and scarcity of information regarding these plants'seed production. Thus, this study aimed to investigate the seed size variation of twelve weed species and the emergence of two of these species planted at different depths. The unit

  9. Plantas utilizadas como antidiabéticas na medicina popular do Rio Grande do Sul, Brasil

    OpenAIRE

    Marília Trojan Rodrigues

    2011-01-01

    O uso de plantas com propósito medicinal é bastante recorrente na espécie humana. Em países onde grande parte da população tem pouco acesso à assistência médica, seu uso é bastante difundido, aliado à crença de que o uso de plantas medicinais é totalmente seguro. Assim, o estudo dessas plantas é muito importante, uma vez que muitas delas podem apresentar efeitos indesejáveis, como toxidez aguda ou crônica ou ainda retardar ou desestimular a adoção do método de tratamento apropriado e eficaz. ...

  10. Características fisiológicas das culturas de soja e feijão e de três espécies de plantas daninhas Physiological caracteristics of soybean and common bean crops and three weed species

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.O. Procópio

    2004-06-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar os características fisiológicas taxa de fotossíntese líquida (A, taxa de transpiração (E, condutância estomática (gs e eficiência do uso da água (WUE e os índices de crescimento biomassa seca total (Wt e índice de área foliar (L para as culturas de soja (Glycine max e feijão (Phaseolus vulgaris e para as das plantas daninhas Bidens pilosa, Desmodium tortuosum e dois biótipos de Euphorbia heterophylla (um suscetível e outro resistente aos herbicidas inibidores da ALS, em duas épocas de avaliação: 39 e 67 dias após a semeadura (DAS. O experimento foi conduzido a campo em um Argissolo Vermelho-Amarelo, fase terraço, utilizando-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com parcelas subdivididas, sendo o fator da parcela principal as espécies vegetais e o da subparcela as épocas de avaliação, com quatro repetições por tratamento. Foi observado maior Wt da soja em relação às plantas daninhas. As culturas de soja e feijão apresentaram maior L do que as plantas daninhas. Os biótipos de E. heterophylla apresentaram a maior A, bem como a maior gs. Com exceção de D. tortuosum, as plantas daninhas apresentaram maior WUE em relação às culturas nos estádios iniciais de desenvolvimento. Não foram observadas diferenças em relação a qualquer parâmetro fisiológico avaliado entre os biótipos de E. heterophylla.This work aimed to evaluate the physiological caracteristics net photosynthesis (A, transpiration rate (E, stomatal conductance (gs and water use efficiency (WUE and growth indexes of total dry matter (Wt and leaf area index (L for soybean (Glycine max, common bean (Phaseolus vulgaris and weeds Bidens pilosa, Desmodium tortuosum and two biotypes of Euphorbia heterophylla (one susceptible and other resistant to ALS inhibitor herbicides during two periods of evaluation, 39 and 67 days after sowing (DAS. The experiment was conducted under field conditions in a Red

  11. Floristic composition and growth of weeds under custard apple (Annona squamosa progenies Composição florística e crescimento de plantas daninhas sob a copa de progênies de fruta-do-conde (Annona squamosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.S.L. Silva

    2004-12-01

    Full Text Available Weeds have a negative influence on several fruit tree characteristics, such as yield, making it difficult to management practices in orchards. Alternative weed management methods, aiming to reduce the use of herbicides, have become attractive since herbicides are costly and cause environmental degradation. The use of cultivars with greater competitive ability against weeds has attracted international attention. The objective of this work was to evaluate the floristic composition and growth of weeds under the canopies of irrigated custard apple tree progenies. Twenty halfsibling progenies around three years of age were evaluated in a random block design with five replicates and four plants per plot. A circle with a 0.5 m² area was established around the trunk of each plant. Floristic composition, fresh matter, and dry matter mass of the above-ground part of the weeds, were evaluated in this area. Root collar and canopy diameters, as well as leaf area of the progenies were also evaluated. Fifty-eight weed species were recorded. The five weed families with the most species were Leguminosae, Convolvulaceae, Euphorbiaceae, Malvaceae and Sterculiaceae, in decreasing order. The number of weed species per plot ranged from 6 to 18, but there was no difference between the mean percentages of different weeds under the canopies of the progenies. The lowest weed fresh and dry matter masses occurred in progenies JG1 and SM8, respectively. There were no differences between progenies with regard to root collar diameter and leaf area; however, one of the lowest weed dry matter yields was observed under the canopy of progeny FE4, which showed the largest canopy diameter.As plantas daninhas (PD afetam várias características das fruteiras, inclusive o rendimento, e podem dificultar a execução de tratos culturais nos pomares. Existe interesse em métodos alternativos de manejo das PD, visando reduzir o uso de herbicidas, que são caros e causam degrada

  12. Avaliação da atividade antimicrobiana de plantas utilizadas na medicina popular da Amazônia

    OpenAIRE

    RIBEIRO, Christian Miranda

    2008-01-01

    O estudo de plantas medicinais possibilita a descoberta de novos compostos bioativos na procura de drogas promissoras. O aumento de infecções e o aparecimento da resistência microbiana reforçam essa pesquisa. O objetivo do trabalho foi avaliar a atividade antimicrobiana de extratos de seis espécies de plantas medicinais que ocorrem na Amazônia: Psidium guajava (goiabeira), Bryophyllum calycinum Salisb (pirarucu), Eleutherine plicata Herb (marupazinho), Uncaria guianensis (unha-de-gato), Arrab...

  13. PHYTOSOCIOLOGY OF SOWN PASTURE WEEDS UNDER TWO LEVELS OF DEGRADATION IN BRAZILIAN SAVANNA AREAS, MATO GROSSO DO SUL STATE, BRAZIL FITOSSOCIOLOGIA DE PLANTAS DANINHAS DE PASTAGENS CULTIVADAS SOB DOIS NÍVEIS DE DEGRADAÇÃO EM CERRADO, NO MATO GROSSO DO SUL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Guglieri-Caporal

    2010-08-01

    distance, is 0.7468, indicating just a few species in common (44%. In the dry season, the number of species in AI decreased 10% while in AII it increased 4%.

    KEY-WORDS: Agroecosystem; Brachiaria; flora; plant ecology; Urochloa.

    Pastagens cultivadas, de maneira geral, entram em processo de declínio, associado à infestação de plantas daninhas, cujo manejo exitoso começa com o levantamento das espécies infestantes e sua biologia. Este trabalho teve como objetivo o estudo fitossociológico, nas estações chuvosa e seca, em duas pastagens cultivadas de Brachiaria (Urochloa spp., com gado (AI e sem gado (AII, em áreas de Cerrado do Mato Grosso do Sul. Foi constatada a ocorrência de 104 espécies de plantas daninhas herbáceas e subarbustivas de Fanerógamas. As famílias de maior destaque, em número de espécies, foram Fabaceae (23 espécies, Poaceae (16 e Asteraceae (15. As hemicriptófitas predominam com 41% das espécies. As espécies com maiores valores de importância e cobertura relativa são B. decumbens e Sida rhombifolia, em AI, e B. brizantha e Desmodium incanum, em AII, além de Paspalum notatum, em ambas as pastagens. Os valores de diversidade de Shannon foram 4,19 e 4,43 nats, para AI e AII, respectivamente, indicando considerável riqueza de espécies. O índice de dissimilaridade florística entre AI e AII, obtido a partir da Distância Euclidiana, é 0,7468, o que indica poucas espécies em comum (44%. Na estação seca, o número de espécies em AI

  14. Plantas medicinais consumidas em Cochim, no século XVI e na atualidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Maria Madaleno

    Full Text Available O objetivo primacial desta pesquisa é investigar como solucionam os habitantes de Cochim, na Índia, seus problemas de saúde, quando não podem aceder aos sistemas convencionais ou quando optam por aceder a sistemas alternativos, na modernidade. O objetivo específico da pesquisa é compilar as espécies vegetais de uso terapêutico no século XVI e compará-las com as atuais. A flora indiana, em particular as especiarias, tem fascinado a humanidade desde o início dos tempos. Em 1498, os portugueses descobriram o caminho marítimo para a Índia e, durante os dois séculos seguintes, o pequeno país europeu dominou o comércio mundial com o oriente. Seguindo a rota das especiarias, o Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT organizou, recentemente, uma missão científica a Kerala, a fim de investigar os frutos, os legumes, os condimentos, os tubérculos e as plantas medicinais cultivadas em jardins e pátios traseiros, vendidos em mercados e feiras, e recomendados pela medicina Ayurvédica, na cidade de Cochim. O ponto de partida foi a leitura de quatro manuscritos do século XVI que enumeravam as plantas aromáticas, condimentares e medicinais da Índia renascentista. Os resultados demonstram que um número substancial de plantas colhidas durante a missão do IICT, em 2013, já era usado na Índia, no século XVI.

  15. Plantas medicinais conhecidas na zona urbana de Cajueiro da Praia, Piauí, Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.B.N. SANTOS

    Full Text Available RESUMO A utilização de plantas com fins medicinais para tratamento, cura e prevenção de doenças é considerada uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. O presente estudo teve como objetivo identificar as espécies de plantas medicinais usadas dentro da comunidade de Cajueiro da Praia, Piauí, bem como a parte da planta utilizada, o modo de preparo, a sua importância relativa, o valor de uso e o consenso em relação às propriedades terapêuticas das espécies citadas. Foram aplicadas 12 entrevistas semiestruturadas com especialistas locais indicados, utilizando o método de amostragem por “bola-de-neve” e a técnica de “turnê-guiada” para coleta das espécies citadas. Análises quantitativas tais como Valor de Uso, Importância Relativa e Fator de Consenso dos Informantes foram associadas à análises qualitativas. As coletas botânicas seguiram a metodologia usual. Foram citadas 43 espécies, distribuídas em 24 famílias botânicas, sendo Lamiaceae a mais representada em número de espécies (oito espécies, seguida de Euphorbiaceae, Fabaceae, Myrtaceae e Rutaceae (todas com três. Chenopodium ambrosioides L. (mastruz obteve o maior valor de uso (VU=1,58, sendo portanto, a planta com elevado potencial de uso para a comunidade. Quanto ao uso terapêutico, observou-se que um maior número de espécies foi indicado no combate à gripe, seguido por má digestão. O IR demonstrou que planta mais versátil foi Chenopodium ambrosioides L. (mastruz, com IR=2, referido em cinco categorias de uso e o FCI apontou que os sistemas corporais que apresentam maior importância local são: sistema circulatório (FCI=0,57, seguido por lesões e consequências de causas externas (FCI=0,50, sistema endócrino (FCI=0,50 e respiratório (FCI=0,40. No âmbito geral, verificou-se que a diversidade de plantas medicinais conhecida e a obtenção das plantas na comunidade estudada sugerem uma correlação entre uso/conhecimento de

  16. Avaliação da sensibilidade de diversas espécies de plantas daninhas aquáticas ao carfentrazone-ethyl, em ambiente controlado Assessment of sensitivity of several aquatic weeds to carfentrazone-ethyl under controlled environment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.L. Foloni

    2005-06-01

    Full Text Available Plantas aquáticas, especialmente macrófitas, tornam-se sério problema em hidrelétricas, afetando a múltipla utilização dos corpos d'água, incluindo produção de peixes e atividades de pesca, perdas d'água por evapotranspiração, esportes aquáticos, canoagem, irrigação e produção de energia nas usinas hidrelétricas. Com o objetivo de analisar o potencial de uso do carfentrazone-ethyl no controle das principais plantas daninhas aquáticas no Brasil, foi instalado um experimento em vasos com água. Utilizaram-se os seguintes tratamentos herbicidas (g i.a. ha-1: carfentrazone-ethyl a 15, 30 e 60; glyphosate a 4.536; 2,4-D a 4.690; imazapyr a 1.250; e uma testemunha sem herbicida. Esses tratamentos foram testados nas seguintes espécies: Eichhornia crassipes, Salvinia auriculata, Pistia stratiotes, Myriophyllum aquaticum, Brachiaria arrecta, Hydrocotyle umbellata, Typha sp. e Echinochloa polystachya. As avaliações foram efetuadas aos 7, 14, 21 e 28 dias após os tratamentos. Os resultados mostraram que o carfentrazone-ethyl foi eficiente no controle de E. crassipes (maior dose e P. stratiotes (duas maiores doses, com efeito supressivo sobre S. auriculata. Foi observado que nas outras plantas daninhas estudadas não houve eficiência de controle.Aquatic weeds, especially macrophytes, are a serious problem in hydroelectric plant systems, affecting the multiple use of water, such as fish production and fishing activities, water losses by evapotranspiration, aquatic sports, boating, irrigation and hydroelectric power production. An experiment using boxes filled with water was carried out to analyze the potential use of carfentrazone-ethyl in the control of the main aquatic weeds in Brazil. The following herbicide treatments (g i.a. ha-1 were used: carfentrazone-ethyl at 15, 30 and 60; glyphosate at 4,536; 2,4D at 4,690; imazapyr at 1,250, and no herbicide. These treatments were tested on the species: Eichhornia crassipes, Salvinia

  17. ESTERCO BOVINO E POTÁSSIO NA COMPOSIÇÃO MINERAL DE PLANTAS DE NONI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João José Mendes Silva

    2014-12-01

    Full Text Available O noni tem sido utilizado desde a Antiguidade para o tratamento de uma série de doenças tais como, alergia, artrite, asma, câncer, depressão, diabetes, má-digestão, hipertensão e insônia e utilizado como suplemento alimentar. Apesar dessas propriedades e da sua adaptabilidade intercontinental, as informações a respeito das exigências nutricionais e do manejo agronômico da cultura ainda são pouco frequentes na literatura internacional e nacional. Nesse sentido, o trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos do esterco bovino e da adubação potássica no estado nutricional de plantas de noni. O experimento foi desenvolvido no período de julho de 2009 a julho de 2010, na Chácara Pau Brasil, São Luís – MA. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com três repetições e duas plantas por parcela. Os tratamentos foram distribuídos em arranjo fatorial 2 x 4, referente à ausência e presença de adubação potássica (130 kg ha-1 de K2O no solo com quatro doses de esterco bovino (0, 1,7, 6,6 e 11,6 kg planta-1 fornecidas em cobertura na área de projeção da copa das plantas. Pelos resultados, exceto sobre cálcio e magnésio, a interação matéria orgânica e potássio contribuiu para aumentos dos teores foliares dos demais macro e micronutrientes nas plantas de noni. O estabelecimento de faixas de interpretação com teores de nutrientes adequados para noni se faz necessário para auxiliar as discussões de futuros estudos de adubação e nutrição da cultura.

  18. Efeito alelopático do fruto de Sapindus saponaria na germinação e na morfologia de plântulas daninhas e de hortaliças Allelopathic effect of Sapindus saponaria fruit on germination and seedlings morphology of weed and vegetables

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.U. Grisi

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar o potencial alelopático do extrato aquoso de frutos de Sapindus saponaria (sabão-de-soldado na germinação de diásporos e na morfologia de plântulas de Lactuca sativa (alface, Allium cepa (cebola, Echinochloa crus-galli (capim-arroz e Ipomoea grandifolia (corda-de-viola. O extrato aquoso dos frutos foi preparado na proporção de 100 g de material vegetal fresco para 1.000 mL de água destilada, produzindo-se a concentração de 10%. A partir dele, foram feitas diluições em água destilada para 7,5, 5,0 e 2,5%. O extrato do fruto Sapindus saponaria evidenciou potencialidades alelopáticas tanto sobre as espécies de hortaliças quanto sobre as de plantas daninhas. O efeito inibitório sobre o processo de germinação dos diásporos e morfologia das plântulas de alface, cebola, capim-arroz e corda-de-viola foi dependente da concentração. Os resultados mostram o potencial do extrato proveniente dos frutos de Sapindus saponaria como um herbicida a ser utilizado em práticas de agricultura sustentável.The aim of this study was to evaluate the allelopathic potential of the aqueous extract of Sapindus saponaria (soapberry fruit on seed germination and seedling morphology of Lactuca sativa (lettuce, Allium cepa (onion, Echinochloa crus-galli (barnyard grass, and Ipomoea grandifolia (morningglory. The aqueous extract of the fruit was prepared using 100 g of fresh plant material dissolved in 1,000 mL of distilled water, resulting in 10% concentration. The dilutions were made with distilled water to 7.5, 5.0, and 2.5%. The Sapindus saponaria fruit extract showed allelopathic potential on the vegetable and weed species. The inhibitory effect on the seed germination process and seedling morphology of lettuce, onion, barnyard grass, and morningglory was concentration dependent. The results showed the potential use of the Sapindus saponaria fruit extract as herbicide in sustainable agricultural practices.

  19. O discurso sobre os riscos relacionados às plantas medicinais na medicina popular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julino Assunção Rodrigues Soares Neto

    2012-06-01

    Full Text Available Introdução: Na medicina popular as plantas medicinais são utilizadas dentro de um contexto cultural e histórico, portanto, possuem suas representações simbólicas e um sistema teórico de explicação do processo de saúde/doença e na caracterização das enfermidades e dos doentes (araujo, 2002. Objetivos:Investigar o relato de queixas (reações adversas ou satisfação no consumo de plantas medicinais (PMs, relatadas por consumidores em um ponto de comércio de PMs no município de diadema, sp. método: por meio de métodos e técnicas da etnografia (observação participante e entrevistas semi-estruturadas, aplicou-se uma ficha de dados para o registro das queixas ou satisfação no consumo de PMs em um tradicional ponto de comércio popular “casa de ervas” de diadema (Soares Neto, 2009. Os consumidores foram abordados aleatoriamente durante a compra das PMs. Resultados: Foram realizadas 100 entrevistas, das quais apenas cinco relataram queixas relacionadas ao consumo de PMs. A grande maioria dos relatos foi de satisfação com o uso de “plantas medicinais”. Alguns dos entrevistados diziam que tinham feito pouco uso das PM, mas com as informações dos benefícios vistos na televisão ou indicação de amigos e familiares sentiram-se motivados em consumi-las. Algumas das justificativas favoráveis mais marcantes foram: i “sempre usei plantas medicinais, e tem que acostumar as crianças desde pequenas. sempre tive resultados satisfatórios, e só vou ao médico quando não tem outro jeito. o remédio de farmácia ajuda por um lado, mas faz mal pelo outro”. ii “faço pouco uso de plantas medicinais, e sempre fez o efeito esperado; os médicos mandam usar”. iii “sempre uso plantas medicinais e também medicamentos, mas acho melhor usar planta medicinal; a gente confia que faz o efeito esperado”.iv “um amigo indicou. nunca faz mal; meu avô fazia”.Conclusão: mesmo sendo uma área urbana, os resultados mostram a

  20. Bactérias e fungos benéficos na endosfera das plantas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julierme Zimmer Barbosa

    2014-10-01

    Full Text Available No solo, a região da rizosfera em comparação com a massa de solo apresenta marcado contraste biológico, sendo um nicho de grande densidade e diversidade de microorganismos.  Alguns fungos e bactérias benéficos ao desenvolvimento vegetal têm capacidade de colonizar o interior de plantas a partir do solo, conhecidos como organismos endofíticos. Possivelmente sejam as bactérias nodulíferas, com sua reconhecida capacidade de fixar N em leguminosas as mais conhecidas. Bactérias não nodulíferas tem a capacidade de colonizar o interior das raízes das plantas através de regiões de crescimento, em seguida, podem ser carregadas via xilema rumo à parte aérea. Podem ser encontrados em todos os órgãos vegetais, todavia, poucos estudos têm analisado as populações que transitam no continuum solo-planta até atingir caules, folhas, flores, frutos e sementes. O ultimo grupo de organismos endofíticos apresentado é o grupo dos fungos micorrízicos, esses se caracterizam como um sistema de exploração do solo paralelo ao sistema radicular que, com diâmetro extremamente reduzido conseguem minar um grande volume de solo com pequena alocação de C, o que é extremamente benéfico na aquisição de nutrientes, também podem ser benéficos em condições abióticas adversas. Em adição, alguns fungos endofíticos benéficos também podem colonizar órgãos aéreos das plantas. As interações microbiológicas que ocorrem na endosfera são altamente complexas, simultâneas e dependentes de uma série de fatores, assim seu entendimento é de fundamental importância à aplicação prática dos conhecimentos acerca de microorganismos endofíticos em agrossistemas.

  1. A importância das plantações de eucalipto na conservação da biodiversidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vagner de Araujo Gabriel

    2013-06-01

    Full Text Available Nas últimas décadas a expansão de plantações de Eucalyptus sp. foi notável no Brasil, destacando-se no cenário mundial. Diversos estudos revelam que tais plantações, especialmente aquelas respaldadas por instrumentos de certificação, podem trazer benefícios de cunho social e ambiental. Este trabalho apresenta dados coletados no período de 2002 a 2011 sobre a riqueza de plantas, aves e mamíferos em fazendas de plantação de eucalipto no Brasil. Discute-se sobre a importância dessas fazendas na conservação da biodiversidade, em que já foram registradas diversas espécies de plantas arbustivo-arbóreas, aves e mamíferos de médio e grande porte, respectivamente. Foi registrada a ocorrência de regeneração de plantas ameaçadas de extinção nos talhões de eucalipto: Araucaria angustifolia, Couratari asterotricha, Buchenavia hoehneana, Dalbergia nigra, Ocotea catharinensis e Ocotea porosa. Quanto às espécies da fauna ameaçadas de extinção, a águia-cinzenta (Urubitinga coronata, o chauá (Amazona rhodochorytha, o lobo-guará (Chrysocyon brachyurus, o tamanduá (Myrmecophaga tridactyla e a anta (Tapirus terrestris já foram observados. Plantações florestais e fragmentos compostos por vegetação secundária figurarão entre os principais elementos das paisagens tropicais futuras. Desta forma, não se pode negligenciar a contribuição das plantações de eucalipto na conservação da biodiversidade.

  2. Raios gama na sobrevivência de plantas de maracujazeiro amarelo inoculadas com Fusarium oxysporum f sp. passiflorae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Silva Flores

    2014-04-01

    Full Text Available A murcha de Fusarium ou fusariose ocorre em diversas regiões produtoras de maracujá amarelo e tem ocasionado grandes danos devido à morte das plantas. A mutagênese associada à seleção in vitro utilizando fitotoxinas possibilita a aplicação de uma pressão de seleção sobre um grande número de propágulos e, assim, pode direcionar a seleção dos mutantes específicos. Neste trabalho, foi analisado o efeito de raios gama sobre a sobrevivência de plantas de maracujazeiro amarelo inoculados com F. oxysporum f. sp. passiflorae. Brotações foliares provenientes de segmentos caulinares de P. edulis irradiados a 20Gy foram submetidas a dois ciclos de seleção em meio de cultura suplementado com o filtrado da cultura fúngica (40% e 50% de filtrado. As plantas selecionadas foram inoculadas com a suspensão de conídio em casa de vegetação e após, transferidas para o campo em local com histórico da doença. Ao final da etapa de seleção in vitro, sobreviveram 17,05% das plantas irradiadas e nenhuma planta do tratamento testemunha. A inoculação com a suspensão de conídio não resultou em diferenças significativas na sobrevivência das plantas irradiadas e não irradiadas. No entanto, em condições de campo, foi confirmado o efeito da radiação no aumento da sobrevivência das plantas, sendo verificada a sobrevivência de 77,78% das plantas irradiadas e a morte de todas as plantas do tratamento testemunha.

  3. Eficácia de controle de plantas daninhas e toxicidade ao milho da mistura de foramsulfuron e Iodosulfuron isoladamente ou em associação com atrazine e/ou clorpirifós Weed control efficacy and corn toxicity of the foramsulfuron and iodosulfuron mixture, alone or combined with atrazine and/or chlorpyriphos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.M. Trezzi

    2005-12-01

    Full Text Available Este trabalho constou de dois ensaios que avaliaram a toxicidade ao milho e a eficácia de controle de plantas daninhas dos herbicidas atrazine, da mistura foramsulfuron + iodosulfuron e do inseticida clorpirifós, isoladamente ou em mistura, aplicados em pósemergência. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com quatro repetições. No primeiro ensaio, todos os tratamentos foram capinados e constaram de: atrazine (3.000 g ha¹ de i.a.; atrazine + clorpirifós (3.000 + 225 g ha-1 de i.a.; atrazine + foramsulfuron + iodosulfuron + clorpirifós (2.250 + 15 + 1 + 225; 1.500 + 22,5 + 1,5 + 225; e 750 + 30 + 2 + 225 g ha-1 de i.a.; foramsulfuron + iodosulfuron (45 + 3 g ha-1 de i.a.; foramsulfuron + iodosulfuron + clorpirifós (45 + 3 + 225 g ha-1 de i.a.; e testemunha sem aplicação de herbicidas. Já no segundo ensaio foram utilizados todos os tratamentos anteriores, com exceção da mistura de todos os produtos nas doses de 750 + 30 + 2 + 225 g ha-1 de i.a., além dos respectivos tratamentos sem capina. Utilizou-se o cultivar de milho AG 3010 (híbrido duplo, superprecoce, tolerante a inibidores da ALS. Em 2002/2003, avaliou-se a toxicidade a milho e o rendimento, enquanto em 2003/2004 também foi avaliada a eficácia de controle de plantas daninhas. O uso de atrazine isoladamente ou em mistura com clorpirifós não gerou toxicidade às plantas de milho. A adição de clorpirifós à mistura foramsulfuron + iodosulfuron acentuou a injúria ao milho. A inclusão de atrazine simultaneamente à redução dos níveis de foramsulfuron + iodosulfuron permitiu reduzir em parte a injúria a plantas de milho, mantendo o controle de BRAPL e ampliando os níveis de controle de EPHHL.Two trials evaluated corn toxicity and weed control efficacy of the herbicides atrazine, foramsulfuron, and iodosulfuron and the insecticide chlorpyriphos applied at postemergence alone or in mixture. A randomized complete block design was used with four replications. In

  4. Composição florística de plantas daninhas em um lago do Rio Solimões, Amazonas Floristic composition of weeds in a lake of Solimoes River, Amazonas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.M.F. Albertino

    2009-03-01

    Full Text Available As áreas inundáveis localizadas na bacia dos rios Amazonas e Solimões são denominadas várzeas. A inundação é um evento natural que promove mudanças na estrutura e composição florística dessas comunidades. O conhecimento da diversidade de espécies é de fundamental importância para o entendimento da dinâmica da regeneração natural de espécies nos ecossistemas amazônicos. Este trabalho teve como objetivo levantar a composição florística do solo do fundo do lago do Manaquiri-AM, em um período de seca excepcional, ocorrida em 2005, na Amazônia. Foram realizadas coletas de material botânico em duas áreas do lago, em novembro de 2005; para a amostragem, utilizou-se um quadrado de madeira de 0,36 m², atirado aleatoriamente por 20 vezes em cada local de estudo. A vegetação emergente foi de 5.958 indivíduos, distribuídos em sete famílias e nove espécies. As famílias mais representativas em número de espécies foram Poaceae e Cyperaceae. Cyperus esculentus e Luziola spruceana foram as mais frequentes, e Mimosa pudica e Alternanthera sessilis, as de maior abundância. C. esculentus e M. pudica apresentaram maior número de indivíduos, de densidade e de valor de importância. As espécies de plantas encontradas neste estudo mantiveram sua capacidade de crescer e se desenvolver mesmo após longo período submersas.The swamps located at the basins of the Amazonas and Solimões rivers are denominated "várzeas". In these areas, flooding is a natural event that changes the structure and composition of the local plants. Thus, knowing the species diversity in these Amazon region areas is extremely important to understand the dynamics of the natural regeneration of the Amazon ecosystem species. Accordingly, the goal of this study was to survey the soil floristic composition at the bottom of the Manaquiri Lake, Amazon, during an exceptional dry period in 2005. Plants were collected in two areas of the lake in November 2005. Flora

  5. Estudos anatômicos de folhas de espécies de plantas daninhas de grande ocorrência no Brasil: IV - Amaranthus deflexus, Amaranthus spinosus, Alternanthera tenella e Euphorbia heterophylla Leaf anatomical studies in weed species widely common in Brazil: IV - Amaranthus deflexus, Amaranthus spinosus, Alternanthera tenella and Euphorbia heterophylla

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E.A. Ferreira

    2003-08-01

    Full Text Available Neste trabalho é apresentado um estudo da anatomia das folhas de espécies de plantas daninhas de grande ocorrência no Brasil: Amaranthus deflexus, Amaranthus spinosus, Alternanthera tenella e Euphorbia heterophylla, visando melhor compreensão das barreiras que cada espécie impõe à penetração dos herbicidas e outros compostos utilizados em aplicações foliares. As folhas completamente expandidas do terceiro ao quinto nó foram coletadas de plantas de ocorrência espontânea no campo. Das folhas de cada espécie foram obtidas três amostras da região mediana, com aproximadamente 1 cm², as quais foram utilizadas em estudos da estrutura, clarificação e em observações em microscópio eletrônico de varredura. Todas as espécies avaliadas são anfiestomáticas. As principais barreiras foliares potenciais à penetração de herbicidas observadas nas plantas daninhas A. deflexus e A. spinosus foram, respectivamente, grande espessura da cutícula da face adaxial e da cutícula das duas faces. Já em relação a A. tenella, grande espessura da cutícula das duas faces, elevado teor de cera epicuticular e alta densidade tricomática foram os principais obstáculos potenciais detectados. E. heterophylla apresentou como possíveis principais barreiras foliares à penetração de agroquímicos o alto teor de cera epicuticular, a elevada densidade de laticíferos e a grande espessura da cutícula da face adaxial.This research aimed to study the leaf anatomy of the weed species Amaranthus deflexus, Amaranthus spinosus, Alternanthera tenella and Euphorbia heterophylla, widely known in Brazil, to acquire a better understanding of the barriers each species imposes to herbicide penetration, and to other substances used for leaf spraying. Completely expanded leaves from the third to the fifth nodes were collected from spontaneous plants in the field. Three samples approximately 1cm², were removed from the medium portion of the leaves, from each

  6. Atividade de glutationa S-transferase na degradação do herbicida glyphosate em plantas de milho (Zea mays Glutathione S-transferase activity on the degradation of the herbicide glyphosate in maize (Zea mays plants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.C. Cataneo

    2003-08-01

    Full Text Available A glutationa S-transferase (GST, EC 2.5.1.18 desempenha um papel importante na resposta do estresse causado por herbicidas nas plantas; é considerada uma enzima de desintoxicação, por metabolizar grande variedade de compostos xenobióticos, por meio da conjugação destes com glutationa reduzida, formando substâncias de baixa toxicidade. O milho (Zea mays foi escolhido neste trabalho por apresentar problemas de injúrias quando submetido ao controle químico de plantas daninhas, por meio do uso de herbicidas. Esta pesquisa teve como objetivo determinar as alterações na atividade desta enzima em plantas de milho submetidas ao tratamento pelo herbicida glyphosate. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x4, com quatro tratamentos herbicidas (glyphosate nas concentrações de 1.000, 2.500 e 5.000 ppm e as plantas-controle tratadas com água e quatro estádios de desenvolvimento (9, 16, 23 e 30 dias após a emergência, com cinco repetições. O herbicida foi aplicado na parte aérea das plântulas de milho. A parte aérea foi coletada às 24, 48 e 72 horas após a aplicação do herbicida e utilizada para a determinação da atividade da GST e do teor de lipoperóxidos. Foi verificado que os teores de lipoperóxidos não foram alterados pelo tratamento com o glyphosate, porém a atividade de GST aumentou na maioria dos tratamentos utilizados, indicando ter ação na degradação do herbicida glyphosate em plantas de milho.Glutathione S-transferase (GST, EC 2.5.1.18 plays an important role in the response to stress caused by herbicides in plants; it is considered to be a detoxifying enzyme since it metabolizes a great variety of xenobiotic compounds, by combining them with reduced glutathione, forming substances of low toxicity. Maize (Zea mays was chosen in this work for showing injury problems when submitted to weed chemical control. This research aimed to determine the alterations in the

  7. Tolerancia de plantas de feijoa (Acca sellowiana [Berg] Burret a la salinidad por NaCl

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Casierra-Posada Fánor Ernesto

    2006-12-01

    Full Text Available

    Los efectos de la salinidad por NaCl sobre la producción y la distribución de la biomasa, la toma de agua y el área foliar total fueron investigados en plantas de feijoa (Acca sellowiana [Berg] Burret cultivadas en materas con suelo bajo condiciones de invernadero, durante ocho meses. Los tratamientos con la sal comenzaron 60 d después del transplante. El NaCl fue agregado en diferentes concentraciones: 0, 20, 40, 60, 80 mM de NaCl en el suelo. Estas concentraciones correspondieron a conductividades eléctricas de 2,8; 4,6; 6,1; 8,4 y 11,1 dS· m-1, respectivamente. Para evitar el choque osmótico, el tratamiento salino fue impuesto progresivamente, aumentando la concentración de sal cada semana hasta alcanzar la

  8. Segurança das condições de aplicação de herbicidas com aerobarco em plantas daninhas aquáticas no lago da Hidrelétrica de Jupiá Safety of aquatic herbicide application using an airboat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.G. Machado Neto

    2006-06-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram quantificar as exposições dérmicas (EDs e respiratórias (ERs proporcionadas ao piloto e ao seu ajudante nas aplicações de herbicidas para o controle de plantas daninhas aquáticas com aerobarco; classificar essas condições de trabalho em seguras ou inseguras; e calcular a necessidade de controle das exposições (NCE e o tempo de trabalho seguro (TTS. O aerobarco utilizado tinha casco de alumínio (4,85 x 2,42 m e acionamento por hélice acoplada a motor a gasolina de 350 HP. O equipamento de pulverização era composto por bomba de diafragma com fluxo máximo de 49,69 L min-1, pressão máxima de 25 kg cm-2, acionada por motor a gasolina de 4 HP, e tanque de calda de 189 L. A barra de pulverização de alumínio era composta de duas seções laterais de 3 m, posicionadas na linha entre o encosto do banco do piloto e o início da estrutura protetora da hélice. Cada seção da barra tinha seis bicos com pontas de jato plano com indução de ar AI 100 03, espaçados de 0,5 m, e uma ponta OC 20 fixada em cada extremidade. O conjunto de pontas pulverizava faixas de 6 m de largura e aplicava o volume de calda de 200 L ha-1. O sistema tinha gerenciador de fluxo, controlado por central eletrônica acoplada a DGPS (com precisão submétrica, para corrigir automaticamente a vazão em função de alterações na velocidade real da embarcação. As EDs e ERs aos herbicidas foram calculadas com os dados substitutos das exposições às caldas, avaliadas com os traçadores cobre e manganês adicionados às caldas. As exposições foram extrapoladas para uma jornada de trabalho de seis horas. A segurança das condições de trabalho foi determinada com o cálculo da margem de segurança (MS, utilizando-se a fórmula MS = (NOEL x 70/(QAE x 10, em que QAE = quantidade absorvível da exposição. As condições de trabalho foram classificadas em seguras, se MS>1, ou inseguras, se MSThe objectives of the present study

  9. Efeito alelopático de plantas daninhas e concentrações de capim-braquiária (Brachiaria decumbens no desenvolvimento inicial de eucalipto (Eucalyptus grandis Allelopathic effect of weeds and concentrations of Brachiaria decumbens on the initial development of eucalyptus (Eucalyptus grandis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.S. Souza

    2003-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar possível efeito alelopático de 18 espécies de plantas daninhas sobre o crescimento inicial de Eucalyptus grandis, realizaram-se dois experimentos em casa de vegetação. No primeiro experimento, dentre 18 espécies de plantas daninhas testadas, Brachiaria decumbens (BRADC demonstrou acentuada capacidade de reduzir o crescimento de Eucalyptus grandis, quando incorporada ao solo. No segundo experimento avaliou-se o efeito da adição no substrato de concentrações de matéria seca de BRADC sobre o crescimento inicial de mudas de E. grandis. A matéria seca triturada de BRADC foi incorporada ao solo nas concentrações de 0% (testemunha, 0,5%, 1,0%, 2,0% e 3,0% (p/p. Instalou-se também uma réplica do experimento, com adição de idênticas quantidades totais de carbono entre os tratamentos. O ajuste da quantidade de carbono foi feito através da adição de Sphagnum. Extraiu-se a solução do solo por meio de cápsulas de porcelana introduzidas nos vasos quando do transplante das mudas de eucalipto. As soluções foram coletadas ao final do experimento (39 dias após o transplante das mudas, sendo utilizadas para a determinação de pH, condutividade elétrica, potencial osmótico e para análise de teores de nutrientes. As mínimas proporções de BRADC, com efeito inibitório, foram de 0,5 e 1,0%, com e sem Sphagnum, respectivamente. Nestas duas condições, a área foliar média do eucalipto foi reduzida em 24 e 23%, respectivamente. As análises de solução do solo dos tratamentos permitiram concluir que os teores de nutrientes e as características químicas destes foram pouco alterados pelos tratamentos, sendo pouco provável que a redução do crescimento do E. grandis se deva às restrições nas quantidades de nutrientes disponíveis.Two experiments were carried out under greenhouse conditions to evaluate the possible allelopathic effect of 18 weed species on the initial development of eucalyptus

  10. Efeito do cobre na atividade da enzima pirogalol peroxidase em plantas de Myriophyllum aquaticum cultivadas em solução nutritiva Effect of copper on the activity of pirogalol peroxidase in Myriophyllum aquaticum plants cultivated in nutritives solution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V.D. Domingos

    2005-06-01

    Full Text Available Myriophyllum aquaticum é uma planta perene, herbácea, que pode se desenvolver totalmente submersa ou com a porção terminal dos ramos acima da superfície da água. É também considerada uma planta daninha que possui elevado potencial de colonização, o qual, dependendo da densidade populacional, pode causar aumento no teor de matéria orgânica e redução de oxigênio na água, comprometendo a qualidade da água e seus usos múltiplos. O objetivo do presente trabalho foi verificar a influência do cobre na atividade da pirogalol peroxidase de plantas de M. aquaticum submetidas à solução nutritiva contendo concentrações de cobre de 1,2; 11,2; 21,2; 31,2; e 41,2 µg L-1. O experimento foi conduzido em um delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições e cinco tratamentos, aos quais as plantas foram submetidas durante 21 dias. Aos 81 dias após a instalação das mudas em solução nutritiva contendo os diferentes níveis de cobre, as folhas foram colhidas a partir do ápice da planta até o final do ramo, que não estavam em contato com a solução. Esse material fresco foi envolvido por plástico transparente e papel-alumínio e, a seguir, congelado em nitrogênio líquido, sendo armazenado em freezer a -20 ºC até o momento da determinação da atividade da enzima pirogalol peroxidase. A atividade da enzima foi progressiva com o aumento das doses de cobre. As plantas cultivadas com 40 µg L-1 de Cu2+ após três semanas, com base em avaliação visual, apresentaram redução no desenvolvimento.Myriophyllum aquaticum is a perennial, herbaceous plant which grows totally submerged or with the terminal portion of the branches above the surface of the water. It is also considered to be a harmful plant, possessing a high colonization potential which, depending on population density, can increase the organic matter content and reduce oxygen in the water, compromising the quality of water and its multiple uses

  11. Efeito do sombreamento na anatomia foliar de plantas jovens de andiroba (Carapa guianensis Aubl.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayse de Souza Aragão

    2014-08-01

    Full Text Available A capacidade de utilização da luz varia entre as espécies, e o sucesso de cada indivíduo depende de suas respostas morfoanatômicas. Este estudo avaliou a influência de diferentes intensidades luminosas sobre a anatomia foliar de mudas de Carapa guianensis Aubl. Folhas sadias do segundo e terceiro nós foram coletadas de plantas jovens desenvolvidas em quatro níveis de sombreamento: 30%, 50%, 70% e 0% (pleno sol, durante oito meses de experimento. Análises anatômicas foram feitas sob Microscopia Óptica (MO, a partir de lâminas temporárias e permanentes e sob Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV. A densidade estomática não apresentou diferenças significativas. As dimensões estomáticas e a espessura dos tecidos da lâmina foliar foram maiores com o aumento da intensidade luminosa. C. guianensis apresenta plasticidade anatômica, possibilitando a sobrevivência na floresta sob distintas condições luminosas.

  12. Influência da palha e da simulação de chuva sobre a eficácia da mistura formulada clomazone + hexazinone no controle de plantas daninhas em área de cana-crua Effect of sugarcane straw and rain simulation on the efficacy of clomazone + hexazinone in controlling weeds in raw sugarcane area

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. Negrisoli

    2011-03-01

    Full Text Available O experimento teve o objetivo de avaliar os efeitos da cobertura de palha e da simulação de chuva sobre a eficácia da mistura formulada clomazone + hexazinone no controle de plantas daninhas em área de cana-crua. Foi avaliado o controle de Brachiaria decumbens, Ipomoea grandifolia, Ipomoea hederifolia e Euphorbia heterophylla. A dose do herbicida utilizada foi de 2,2 kg ha-1 de produto comercial, correspondendo a 880 e 220 g ha-1 dos ingredientes ativos clomazone e hexazinone, respectivamente. Os tratamentos utilizados foram: T1 semeadura + palha 5 t ha-1 + aplicação + chuva de 30 mm (1DAA; T2 semeadura + chuva de 30 mm + palha 5 t ha-1 + aplicação; T3 semeadura + aplicação + palha 5 t ha-1 ; T4 semeadura + palha 5 t ha-1 + chuva de 30 mm + aplicação (12h após; T5 semeadura + palha 5 t ha-1 + aplicação + chuva de 2,5 mm (logo após; T6 semeadura + aplicação + chuva de 30 mm; T7 testemunha sem palha; e T8 testemunha com 5 t ha-1 de palha, totalizando oito tratamentos com quatro repetições, dispostos no delineamento experimental de blocos casualizados. Foram feitas avaliações visuais de controle aos 6, 13, 21, 27 e 35 dias após a aplicação (DAA. Para controle de B. decumbens, os melhores tratamentos foram aqueles nos quais o herbicida foi aplicado diretamente no solo, recebendo ou não uma camada de palha sobre o solo após a aplicação do herbicida, e quando foi aplicado sobre a camada de palha, recebendo uma chuva após a aplicação. Para a espécie E. heterophylla, os resultados foram bastante satisfatórios, proporcionando médias acima de 98% de controle, quando ocorreram precipitações posteriores à aplicação do herbicida. De modo geral, os tratamentos com a aplicação do herbicida, na ausência ou presença de palha, e posterior chuva apresentaram controle total da espécie I. hederifolia aos 35 DAA. Todos os tratamentos mostraram excelente controle para a espécie I. grandifolia.The experiment was conducted

  13. Aplicação de misturas de diuron com MSMA, e com paraquat, no controle de plantas daninhas de folhas largas em cultura de algodão (Gossypium hirsutum L. Mixture of diuron whit MSMA and with paraquat for broadleaved weeds control in cotton

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. S. P. Cruz

    1978-01-01

    Full Text Available Em ensaio de campo conduzido em 1975/76 procurou-se avaliar a ação de misturas de MSMA com diuron e de paraquat com diuron, aplicadas em pós-emergência, em jato dirigido, em duas épocas diferentes, no controle de algumas plantas daninhas de folhas largas em algodão: carrapicho- do-campo (Acanthospermum australe (Loef O. Kuntze , falsa-poaia (Borreria ala ta (Aubl DC, poaia-branca (Richardia brasiliensis Gomez e guanxuma (Sida spp . A vegetação natural da área do ensaio era formada ainda pela gramínea capim-de-colchão (Digitaria sanguinalis (L. Scop . Os resultados mostraram que as misturas de 2,00 kg e 2,70 kg/ha de MSMA com, respectivamente 0,30 kg e 0,40 kg/ha de diuron, e a mistura de 0.60 kg/ha de paraquat com 0,60 kg/ ha de diuron, foram eficientes no co ntro le daquelas dicotiledôneas, e também no da gramínea. Todos os tratamentos provocaram leves sintomas de fitotoxicidade nos algodoeiros, mas desapareceram depois e não prejudicaram o desenvolvimento vegetativo das plantas, assim como a produção de algodão em caroço.In a field trial carried out in 1975/76, a diuron mixtu re with MSMA and another with paraquat was tested on broadleaved weeds in cotton crops. The applications were done in postemergence, directed-spray, in two different periods. The broadleaved weeds observed in the trial were Acanthospermum australe , Borreria alata, Richardia brasiliensis, and Sida spp, also the grass Digitaria sanguinalis. Best results were obtained with the mixture of 0,60 kg/ha of paraquat with 0,60 kg/ha of diuron, and 2,70 kg/ha of MSMA with 0,40 kg/ ha of diuron, or 2,00 kg/ha of MSMA with 0,30 kg/ha of diuron. All the treatments caused sl ight symptons of toxic ity in cotton, which disappeared later and did not damage the production.

  14. Emprego do estiolamento na propagação de plantas Etiolation to clonal plant propagation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio Biasi

    1996-08-01

    Full Text Available O estiolamento tem sido utilizado com sucesso no enraizamento de diversas espécies frutíferas e ornamentais lenhosas. Os resultados geralmente são melhores combinando esta técnica com o andamento ou aplicação de reguladores de crescimento. O estiolamento pode ser utilizado de diversas formas, em plantas à campo ou em casa de vegetação. O enraizamento pode ocorrer com os ramos ainda ligados a planta-matriz, realizando-se uma mergulhia, ou então destacados, realizando-se uma estaquia. Neste último caso, após o crescimento do ramo estiolado, ele é novamente exposto à luz, mas com um revestimento opaco em sua base, para que o resto do ramo torne-se verde, mas a base, onde ocorrerá o enraizamento, continue estiolada. O fenômeno ainda não está totalmente conhecido, mas sabe-se que o estiolamento provoca alterações anatômicas e fisiológicas nos tecidos que estão correlacionadas com o melhor enraizamento. Ocorrem reduções na lignificação e suberificação dos tecidos, aumento de tecidos parenquimáticos indiferenciados e redução na espessura das paredes celulares. Também é alterado o controle da luz sobre o metabolismo de auxinas, causando alterações no conteúdo de compostos fenólicos e na atividade do AIA-oxidase e de cofatores do enraizamento.Etiolation has been used successfully to improve rooting in cuttings of woody fruit-tree and ornamental species. The cuttings rooting is usually better when etiolation is used together with ringbarking or hormone application. Etiolation can be achieved through different forms by covering the stock plants in the field or in the greenhouse. The shoots can be rooted while they are still attached to the stock plant, by stooling or they are removed like cuttings. In this case, after the etiolated shoots have elongated enough, the shading is gradually reduced and an opaque band is wrapped around the base of the new shoot, thereby retaining its etiolated condition while the rest of the

  15. Efeitos potencialmente alelopáticos dos óleos essenciais de Piper hispidinervium C. DC. e Pogostemon heyneanus Benth sobre plantas daninhas Potentially allelopathic effects of the essential oils of Piper hispidinervium C. DC. and Pogostemon heyneanus (Benth on weeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Pedro da Silva Souza Filho

    2009-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo caracterizar a atividade potencialmente alelopática de óleos essenciais de pimenta longa (Piper hispidinervium C. DC. e oriza (Pogostemon heyneanus Benth e analisar, comparativamente, seus efeitos alelopáticos. Óleos essenciais obtidos foram preparados em concentrações de 0,25, 0,5 e 1,0%, tendo como eluente o éter metílico, e testados sobre a germinação de sementes, desenvolvimento da radícula e do hipocótilo das plantas daninhas de área de pastagens cultivadas, malícia (Mimosa pudica e mata-pasto (Senna obtusifolia. Os óleos das duas espécies evidenciaram atividade alelopática em intensidades que variaram em função da concentração do óleo, da espécie doadora, da planta receptora e do fator da planta analisado. A germinação das sementes foi o fator mais intensamente inibido pelos óleos. As intensidades das inibições estiveram positivamente associadas à concentração, com inibições máximas verificadas a 1,0%. Malícia foi à espécie receptora mais sensível aos efeitos do óleo. Comparativamente, o óleo essencial da pimenta longa revelou maior potencial para inibir a germinação e o desenvolvimento das duas plantas receptoras, notadamente em relação à germinação de sementes, quando as diferenças foram mais marcantes. Os resultados foram atribuídos à composição química dos óleos, especialmente em relação à presença de monoterpenos, monoterpenos oxigenados e sesquiterpenos.This study aimed to characterize the potential allelopathic activity of essential oils of pimenta longa (Piper hispidinervium C. DC. and oriza (Pogostemon heyneanus Benth, and to examine, comparatively, their allelopathic effects. Essential oils obtained were prepared at concentrations of 0.25%, 0.5% and 1.0%, with ether methanol as eluent, and tested upon the germination of seeds and the development of the radicle and the hypocotyl of the weeds of cultivated grassland areas, malícia (Mimosa

  16. Papéis do arranjo de plantas e do cultivar de soja no resultado da interferência com plantas competidoras Plant arrangement and soybean cultivar roles in weed interference results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Bianchi

    2010-01-01

    Full Text Available O uso combinado de cultivar competitivo e de arranjo equidistante de plantas pode incrementar a habilidade competitiva das culturas com plantas daninhas. Conduziram-se dois experimentos em campo na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, em Eldorado do Sul-RS, durante o ano agrícola 2001/02, com o objetivo de caracterizar a contribuição do cultivar e do espaçamento entre fileiras para a competitividade da soja com plantas concorrentes. No experimento 1, testaram-se condições de competição (ausência ou presença do cultivar de soja Fundacep 33, simulando planta daninha, espaçamentos entre fileiras (25 e 50 cm e seis cultivares de soja reagentes. No experimento 2, compararam-se condições de competição (ausência ou presença de plantas daninhas dicotiledôneas, espaçamentos entre fileiras (25 e 50 cm e cultivares de soja (IAS 5 e Fepagro RS 10. O cultivar Fepagro RS 10 apresenta características de planta que o destacam quanto à habilidade em competir com plantas daninhas, como plantas mais altas, com mais matéria seca, com maior razão de massa foliar e que proporcionam maior cobertura do solo, além de figurar entre os cultivares mais produtivos. O espaçamento reduzido entre fileiras proporciona cobertura precoce do solo pela soja, reduz a população e a matéria seca das plantas daninhas e mantém ou incrementa a produtividade de grãos de soja.The use of a soybean cultivar with competitive ability combined with an equidistant plant population distribution can enhance the competitive ability of crops against weeds. Two field experiments were carried out at the Agronomic Experimental Station of the Federal University of Rio Grande do Sul, in Eldorado do Sul-RS, during the 2001/2002 growing season, aiming to characterize the contribution of the cultivar and row spacing to soybean competitiveness against weeds. Experiment 1 tested the competitive conditions expressed by the presence or absence of the soybean cultivar

  17. Tratamento de sementes com bioestimulante ao milho submetido a diferentes variabilidades na distribuição espacial das plantas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Fernando Kolling

    2016-02-01

    Full Text Available RESUMO: A utilização de bioestimulantes pode auxiliar a mitigar os prejuízos ao milho, ocasionados pela má qualidade de estande. Este trabalho foi conduzido objetivando avaliar o efeito do tratamento de sementes com bioestimulante sobre o desempenho agronômico do milho, submetido a diferentes níveis de variabilidade na distribuição espacial das plantas na linha de semeadura. O experimento foi implantado em Lages, SC, durante o ano agrícola de 2013/2014. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, dispostos em parcelas subdivididas. Nas parcelas principais, testaram-se três níveis de desuniformidade espacial na linha: 0, 50 e 100% do Coeficiente de Variação (CV. No nível 0 % de CV, todas as sementes foram uniformemente distribuídas no sulco de semeadura, a uma distância de 17cm entre si. Nos demais níveis de CV, as distâncias entre sementes variaram conforme o tratamento. Nas subparcelas, testou-se a presença ou ausência do tratamento de sementes com bioestimulante. O aumento da variabilidade na distribuição espacial das plantas reduziu a área foliar e o teor de clorofila da folha índice no espigamento, bem como o diâmetro do colmo na colheita, independentemente do tratamento de sementes com bioestimulante. Isso contribuiu para reduzir o número de grãos por espiga e o rendimento de grãos dos tratamentos com 50 e 100% de CV na variabilidade espacial, tanto na presença quanto na ausência do bioestimulante. Portanto, o tratamento de sementes com bioestimulante não mitigou os prejuízos ao rendimento de grãos do milho ocasionados pela distribuição espacial irregular das plantas na linha de semeadura.

  18. Levantamento de plantas daninhas aquáticas no reservatório de Alagados, Ponta Grossa-PR Assessment of aquatic plants from Alagados dam, Ponta Grossa-PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.C Rocha

    2011-06-01

    Full Text Available O monitoramento de macrófitas da represa Alagados um reservatório artificial de água que abastece parcialmente a população do município de Ponta Grossa-PR se faz necessário, uma vez que resíduos urbanos, bem como dejetos de áreas rurais, são descartados direta ou indiretamente nesse ambiente. Os objetivos deste trabalho foram realizar o inventário de plantas aquáticas coletadas entre agosto de 2007 e julho de 2008 no entorno do lago, como medida de monitoramento da área; indicar a frequência das espécies e apresentar um diagnóstico sobre o crescimento populacional destas; e identificar áreas onde a colonização por macrófitas é intensa, podendo tornar-se problema ambiental. Para realizar esse inventário, foram efetuadas 10 coletas em 48 pontos de amostragem ao longo das margens do lago da represa. Exsicatas foram depositadas no Herbário da Universidade Estadual de Ponta Grossa (HUPG. Foram amostradas 54 espécies, distribuídas em 16 famílias de angiospermas, 8 monocotiledôneas e 8 dicotiledôneas, e outras duas famílias de pteridófitas.A check-list of the macrophytes in the Alagados artificial dam, which supplies part of the population of Ponta Grossa-PR, is necessary, since urban and rural waste is dropped directly or indirectly into this environment. The objectives of this work were to make an inventory of the aquatic plants collected between August 2007 and July 2008 in the lake surroundings to monitor the area; to indicate species frequency, to present a diagnosis on species population growth; and to identify areas where colonization by macrophytes is intense and could become an environmental problem. To carry out this inventory, 10 collections were conducted in 48 sampling points along the margins of the dam's lake. Exsiccates were deposited in the Herbarium of the Universidade Estadual de Ponta Grossa (HUPG. A total of 54 species were sampled, distributed in 16 families of flowering plants, 8 monocotyledons and 8

  19. Atividade microbiana e produção de milho (Zea mays e de Brachiaria brizantha sob diferentes métodos de controle de plantas daninhas Microbial activity and production of corn (Zea mays and Brachiaria brizantha under different methods of weed control

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Jakelaitis

    2007-03-01

    Full Text Available Avaliaram-se nesta pesquisa os efeitos dos herbicidas atrazine + nicosulfuron aplicados no consórcio entre milho a Brachiaria brizantha sobre a atividade microbiana do solo e a produtividade de ambas as espécies consorciadas. Os tratamentos constituíram-se do consórcio entre o milho e a forrageira B. brizantha, tratado com os herbicidas atrazine (1.500 g ha-1 ou a mistura deste com nicosulfuron (0, 4 e 32 g ha-1, e de duas testemunhas, representadas pelo consórcio capinado e sem capina. Os herbicidas foram aplicados 30 dias após a emergência (DAE do milho. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições. Foram avaliados a respiração, a biomassa microbiana (BM e o quociente metabólico (qCO2 de amostras de solo coletadas aos sete dias após a aplicação dos herbicidas (DAA, no florescimento e em pré-colheita do milho. Amostras de solo não tratadas foram coletadas a campo e tratadas com herbicidas atrazine (1.500 g ha-1 + nicosulfuron (0, 2, 4, 8, 16 e 32 g ha-1 em laboratório, onde se determinaram também a respiração, a BM e o qCO2. Em pré-colheita do milho, avaliaram-se as massas secas das plantas daninhas e da forrageira e o rendimento de grãos de milho. Observou-se que os métodos de controle não influenciaram a respiração, a BM e o qCO2 no solo nas três épocas avaliadas em campo e nas amostras de solo tratadas em laboratório. Todavia, em campo, verificou-se maior BM por ocasião do florescimento e maior qCO2 após a aplicação dos herbicidas, aos 7 DAA. Maior produção de massa seca de plantas daninhas foi observada nas parcelas não-capinadas e naquelas tratadas somente com atrazine. O rendimento forrageiro de B. brizantha foi superior no consórcio capinado, enquanto o rendimento de grãos de milho foi superior tanto no consórcio capinado quanto nas parcelas tratadas com nicosulfuron.This study aimed to evaluate the effects of atrazine + nicosulfuron on soil microbial activity and

  20. HERBICIDAS DESSECANTES NA FAUNA EDÁFICA E GENOTOXICIDADE

    OpenAIRE

    Geovane Boschmann Reimche

    2014-01-01

    Com a introdução do sistema de plantio direto ocorreram mudanças no manejo de plantas daninhas, onde se intensificou o controle químico. O uso intenso de herbicidas pode ter efeito na ecologia de organismos não alvo presentes no solo. Nesse sentido foram conduzidos dois trabalhos objetivando avaliar o efeito de herbicidas sobre a composição da mesofauna edáfica em soja geneticamente modificada e resistência ao herbicida glifosato (soja RR) (Capítulo I) e verificar o efeito citotóxico e de gen...

  1. Utilização do vinagre triplo na dessecação de aveia-preta em sistema de plantio direto de milho orgânico

    OpenAIRE

    Cedeño, Silvia Lorena Montero

    2014-01-01

    O sistema de plantio direto (SPD) se constitui numa técnica agronômica de grande importância, social econômica e ambiental. Todavia, em cultivos orgânicos um dos principais desafios para a utilização do SPD refere-se ao manejo das plantas de cobertura e plantas daninhas presentes na área a ser cultivada. Nesse contexto, o uso da palhada e a aplicação de vinagre triplo (ácido acético) constituem alternativas para implantar o SPD. No entanto, pouco se conhece sobre o possível impacto ao ambient...

  2. Plantas hipoglicemiantes utilizadas por comunidades tradicionais na Bacia do Alto Paraguai e Vale do Guaporé, Mato Grosso - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Macedo

    2004-01-01

    Full Text Available No Brasil, com inúmeras espécies tropicais, evidencia-se o conhecimento e uso da vegetação medicinal pelas comunidades quilombolas, ribeirinhas, rurais, tradicionais e indígenas, que são praticadas até os dias atuais. O Estado de Mato Grosso pela sua localização no Planalto Central brasileiro possui uma variedade destas comunidades, que utilizam estas plantas medicinais, levando em consideração o conhecimento popular passado de geração em geração. Esta pesquisa visa identificar a forma de coleta e os usos desse grupo vegetal indicados pelos usuários. O estudo foi realizado em 15 comunidades tradicionais (não indígenas na Bacia do Alto Paraguai e 2 (duas no Vale do Guaporé. A coleta de dados deu-se através de líderes comunitários, benzedeiras, parteiras e usuários utilizando o método qualitativo, mediante abordagem qualitativa, com auxílio de entrevistas estruturadas, semi-estruturadas e abertas. Dentre as espécies identificadas 17 estacam-se para o tratamento do Diabetes, dentre elas citam-se: Anacadium humile; Bauhinia glabra; Cecropia pachystachya; Hancornia speciosa; Heteropteris aphrodisiaca; Leonotis nepetifolia; Momordica charantia; Solanum lycocarpum. Registra-se ainda que as partes mais utilizadas desses vegetais são: folhas, casca do caule, raiz, planta toda, brotos, óleos dos frutos e polvilho dos frutos. De acordo com os usuários a maioria das plantas não podem ser colhidas após o nascer do sol e o preparo deve ser feito com folhas secas ou que tenham sido submetidas ao processo de secagem sobre o fogão de lenha ou em local abafado.

  3. Efeito de doses de metribuzin no crescimento e na conversão da energia solar em plantas de soja (Glycine max (L . merrill Effect of metribuzin doses on the growth and solar energy conversion in soybean (Glycine max (L. merrill plants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. J. Silva Neto

    1991-01-01

    Full Text Available O crescimento e a eficiência na conversão da energia solar foram estudados em soja (Glycine max (L. Merri ll, cv. 'Uberaba', cultivada em condições de campo, sob quatro doses de metribuzin (0, 0,35; 0,70 e 1,05 kg i.a.ha-1. O valor máximo da conversão da energia solar foi de 0,75%, para as plantas cultiva das na maior dose do herbicida. Os valores da conversão da energia solar média durante o ciclo da cultura foram 0,32 ; 0,31 ; 0,32 e 0,33%. em ordem crescente de dose do metribuzin. De modo geral, na fase vegetativa as plantas controle apresentaram valores inferiores em todos os valores de crescimento determinados, superando as tratadas com metribuzin somente na fase reprodutiva, mostrando que no período crítico de competição o dano causado pelas plantas daninhas é maior que a possível fitotoxicida de causada pelo metribuzin.Growth analysis and evaluation of solar energy conversion in soybean (Glycine max (L. Merrill, Uberaba unver field conditions and four doses of metribuzin (0,0;0,35; 0,70 and 1,05 kg i.a.ha-1 were performed in this study. Maximum solar energy conversion was 0,75% for pla nts tre ate d wit h 1,05 kg i.a.ha -1 metribuzin. The aver age of solar energy conversion throughout the entire crop cycle were 0,32, 0,31 , 0,32 and 0,33% for the increasing metribuzin doses. In general, the control showed lower figures for all growth values studied than the treated during the vegetative phase. During the reproductive phase, however, they surpassed those tre ated with metribuzin, showing that in the critical period of competition weeds were more harmful than the phytotoxicity produced by metribuzin.

  4. Use of solaria to predict weed density and floristic composition in no-till cropping systems Uso de solaria na predição da densidade de ervas daninhas e da composição florística no sistema de semeadura direta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo Antonio Calviño

    2006-03-01

    Full Text Available The objective of this work was to evaluate the efficiency of a new method, developed for predicting density and floristic composition of weed communities in field crops. Based on the use of solaria (100 mm transparent plastic tarps lying on the soil to stimulate weed seedlings emergence, the method was tested in Tandil, Argentina, from 1998 to 2001. The system involved corn and sunflower in commercial no-till system. Major weeds in the experiments included Digitaria sanguinalis, Setaria verticillata and S. viridis, which accounted for 98% of the weed community in the three years of experiments since 1998. Large numbers of Tagetes minuta, Chenopodium album and Ammi majus were present in 2001. Comparison of weed communities under solaria with communities in field crops indicated that the method is useful for predicting the presence and density of some major weed species, at both high and low densities, of individuals in areas of 10 ha using only five solaria. Low density of weed species makes the method particularly useful to help deciding the time for herbicide applications to avoid soil contamination.O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de novo método, desenvolvido para predizer a densidade e a composição florística das comunidades de plantas daninhas. O método é baseado no uso de solaria (plástico transparente de 100 mm sobre o solo, a fim de estimular o aparecimento de ervas daninhas, e foi testado em Tandil, Argentina, de 1998 a 2001. O sistema envolve milho e girassol, em cultivos comerciais em semeadura direta. As principais espécies experimentadas foram Digitaria sanguinalis, Setaria verticillata e S. viridis, que responderam por 98% da comunidade nos três anos de experiência. Números altos de Tagetes minuta, Chenopodium album e Ammi majus estavam presentes em 2001. A comparação de comunidades de ervas daninhas sob solaria com comunidades fora de solaria indicou que o método é útil para predizer a presença e

  5. Aplicação pre-emergente de misturas de alachlor com diuron e cyanazine para o controle de plantas daninhas em algodão "IAC-17" Pre-emergence application of mixtures of alachlor plus diuron and cyanazine for weed control in cotton 'IAC-17' crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.S.P. Cruz

    1982-12-01

    Full Text Available Para se conhecer a ação de misturas de alachlor com diuron ou com cyanazine para o controle de monotiledôneas e de dicotiledôneas em cultura de algodão 'IAC-17', foi conduzido um experimento de campo, em 1981/82, em Mogi-Mirim, SP, em solo com textura areno-argilosa, onde alachlor a 2,15 kg, 2,58 kg e 3,01 kg/ha foi aplicado em mistura de tanque com diuron, a 1,00 kg/ha ou com cyanazine a 1,00 kg/ha. Os herbicidas que compuseram as misturas foram empregados isoladamente, naquelas mesmas doses. Constaram do experimento ainda, duas testemunhas mantidas sem mato por meio de capinas e uma testemunha sem capina. Os 14 tratamentos foram distribuídos em blocos ao acaso, com quatro repetições. Foram realizadas observações visuais de infestação de mato aos 14, 31, 45, 75, 82, 94 e 100 dias após a aplicação dos herbicidas. Quando, pelo menos, uma parcela do tratamento atingia 25% de reinfestação, todo o tratamento era capinado e mantido no limpo até a colheita. Foram consideradas também a altura das plantas, sua população e a produção do algodão em caroço. Os resultados obtidos mostram que alachlor a 3,01 kg/ha + diuron a 1,00 kg/ha conseguiram bons resultados de controle das plantas daninhas por período de 100 dias enquanto que alachlor a 2,58 kg/ha + diuron a 1,00 kg/ha, e alachlor a 2,58 kg/ha e a 3,01 kg/ha + cyanazine a 1,00 kg/ha persistiram com sua ação de controle por 94 dias. Os tratamentos com alachlor a 3,01 kg/ha, diuron a 1,00 kg/ha, alachlor a 2,15 kg, 2,58 kg e 3,01 kg/ha em mistura com diuron a 1,00 kg/ha, e ainda alachlor a 3,01 kg/ha + cyanazine a 1,00 kg/ha, apresentaram tendências a reduzir a altura das plantas, segundo resultados de suas análises pelo teste de Tukey a 5%, sendo que a testemunha sem capina apresentou altura significativamente inferior aos demais tratamentos. A população e a produção não foram influenciadas pelos tratamentos com herbicidas, sendo semelhantes à testemunha capinada e

  6. Plantas medicinais utilizadas na comunidade urbana de Muribeca, Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Lopes de Oliveira

    2010-06-01

    Full Text Available As modernas condições de vida das comunidades urbanas comprometem o uso e transmissão do conhecimento tradicional sobre plantas medicinais. Neste trabalho foi verificada a alteração provocada por treinamento sobre plantas medicinais de um grupo de seis moradoras da comunidade de Muribeca (Jaboatão do Guararapes, PE, comparando-as com vinte moradores com conhecimento adquirido tradicionalmente. A partir de 26 entrevistas semi-estruturadas foram calculados o Fator de Consenso dos Informantes (FCI e a Importância Relativa (IR das plantas citadas pelos dois grupos. As moradoras com treinamento no uso e manipulação citaram 70 espécies, das quais Petiveria alliacea L. e Ocimum selloi Benth. apresentaram os maiores valores de IR (2,0 e 1,6; os sistemas corporais mais indicados e respectivos FCI foram: doenças infecciosas (1,0, doenças das glândulas endócrinas, da nutrição e metabolismo (0,9 e do sistema osteomuscular e tecido conjuntivo (0,89. Os moradores sem treinamento citaram 55 espécies, com maiores valores de IR para Cymbopogon citratus (DC Stapf (2,0, Lippia alba (Mill. N.E. Br. (2,0 e Mentha x villosa Huds. (1,8; os sistemas corporais mais indicados e respectivos FCI foram: doenças parasitárias (1,0, transtornos dos sistemas nervoso (0,79 e gastrintestinal (0,72. As espécies citadas são semelhantes, mas o treinamento influenciou a importância relativa e indicações de usos das plantas.Modern ways of life in urban communities have altered the use and popular transmission of knowledge about medicinal plants. This study evaluated the changes induced by training in medicinal plants in a group of female residents of the urban community of Muribeca (Jaboatão do Guararapes, Pernambuco, comparing them with other community members who have traditionally acquired knowledge. Semi-structured interviews were employed. Informant Consensus Factor (FIC and Relative Importance (RI of each species cited by the two groups were calculated

  7. ESTUDOS ETNOBOTÂNICOS E AULAS SOBRE PLANTAS MEDICINAIS NA E.E. MARIA LUIZA DE GUIMARAES MEDEIROS, SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Celeste Dreux

    2017-01-01

    Full Text Available Resumo - O presente trabalho objetivou investigar o conhecimento etnobotânico dos alunos da E.E. Maria Luiza de Guimarães Medeiros, localizado na região Norte de São José dos Campos – SP e paralelamente desenvolver aulas práticas com os alunos participantes do projeto PIBID, relacionadas ao uso de plantas medicinais. O trabalho foi realizado em duas etapas: (a a primeira foi a aplicação de um questionário de etnobotânica sobre dados socioeconômicos, conhecimentos e uso sobre plantas medicinais que foram entregues aos alunos para que entrevistassem pessoas da comunidade a qual pertenciam; (b a segunda etapa foi o desenvolvimento de atividades práticas sobre conceitos relacionados ao uso de planta medicinais. O estudo revelou que o conhecimento sobre o uso de plantas medicinais é praticado pelos moradores, principalmente pelas mulheres (70% e alunos que residem na região rural (50%. Os bairros que compõem a região Norte vêm sofrendo descaracterização da cultura da região fator atribuído  a implantação de casas populares, fato que pode ser notado no comportamento dos alunos e mudanças nos hábitos de cultivo e uso de plantas medicinais.

  8. Resistência de plantas aos herbicidas inibidores da acetolactato sintase Plant resistance to acetolactate synthase-inhibiting herbicides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Rizzardi

    2002-04-01

    Full Text Available A resistência de plantas aos herbicidas é conseqüência, na maioria das vezes, de mutação ou da preexistência de genes que conferem resistência à população. No caso dos herbicidas inibidores da acetolactato sintase (ALS ocorreram casos de resistência tanto em plantas daninhas quanto em culturas. Essa revisão foi realizada com o objetivo de discutir aspectos bioquímicos, genéticos e moleculares da resistência de plantas aos herbicidas inibidores da ALS, sendo destacados também os efeitos na ecofisiologia das plantas daninhas e em mutações que conferem resistência em plantas daninhas e a possibilidade de utilizá-las para o desenvolvimento de culturas resistentes aos inibidores da ALS. Em plantas daninhas, a resistência aos herbicidas inibidores da ALS resulta de uma ou mais mutações no gene que codifica a ALS; quando a herança desse gene é monogênica, ele possui característica dominante a semidominante. As substituições em uma única seqüência nucleotídica ocasionam alteração na ALS, conferindo resistência aos herbicidas inibidores dessa enzima. Embora o biótipo resistente apresente alteração genética e enzimática quando comparado com biótipo suscetível, o comportamento ecofisiológico dos biótipos resistentes e suscetíveis é similar. Essa característica tem implicações muito importantes no estabelecimento das populações resistentes. Já foram desenvolvidos cultivares resistentes para diversas culturas, incluindo arroz e milho, as quais variam no nível de resistência aos diferentes grupos químicos de herbicidas inibidores da ALS.Herbicide resistance in plants arises mostly through mutation or pre-existence of genes that confer resistance to the population. When using herbicides inhibitors of the acetolactate synthase (ALS, resistance has occurred in weeds as well as in crops. This literature review was conducted to discuss biochemical, genetic, and molecular aspects of plant resistance to ALS

  9. Distribuição longitudinal de plantas de milho (Zea mays L. na região dos Campos Gerais, Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Schimandeiro Adriana

    2006-01-01

    Full Text Available A região dos Campos Gerais, no Paraná, é pioneira na utilização de novas tecnologias e apresenta desempenho superior em rendimento de grãos. O sistema Plantio Direto é uma realidade, em que acurácia e precisão no processo de semeadura são de grande importância. Sendo assim, estudou-se o processo de semeadura de milho sob o sistema Plantio Direto na região dos Campos Gerais, avaliando-se a pressão populacional de plantas em 48 propriedades agrícolas. A área experimental era formada por 4 ou 5 linhas de semeadura, onde foram avaliados 3m por linha, medindo-se espaçamentos entre plantas e entre linhas. Não foram observadas diferenças significativas entre as linhas de semeadura em 42 áreas, sendo que o coeficiente de variação médio ficou em torno de 33%. Não se encontrou nenhuma área com média menor do que 50.000 plantas ha-1, valor mínimo para os híbridos avaliados. Pôde-se concluir que o processo de semeadura da região é eficiente quanto ao número de plantas por área. Já a grande variabilidade encontrada na distribuição de plantas na linha de semeadura sugere a necessidade de ações de pesquisa e extensão junto aos produtores.

  10. Desempenho da mamoneira IAC 2028 em função do espaçamento entre fileiras e população de plantas na safrinha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Genivaldo David de Souza-Schlick

    2011-01-01

    Full Text Available Com o lançamento de novas cultivares de mamona de porte baixo e frutos indeiscentes, adequadas para o cultivo mecanizado, faz-se necessário estabelecer adequados espaçamentos e populações de plantas para esses materiais, também em condições de safrinha. Assim, objetivou-se avaliar a influência do espaçamento entre fileiras e da população de plantas no desempenho da cultivar de mamona IAC 2028, no período de safrinha. O experimento foi realizado durante 2008 e 2009, em Latossolo Vermelho distroférrico, em Botucatu (SP. O delineamento foi de blocos casualizados com parcelas subdivididas e quatro repetições. As parcelas foram constituídas por quatro espaçamentos entre fileiras (0,45, 0,60, 0,75 e 0,90 m e as subparcelas por quatro populações iniciais de plantas (25.000, 40.000, 55.000 e 70.000 plantas ha-1. Nos espaçamentos entre fileiras mais largos constatou-se menor crescimento das plantas e valores reduzidos de número de racemos por planta, número de frutos por racemo, produtividade de grãos e produtividade de óleo. Nas populações de plantas mais elevadas foram contatadas menor produção de matéria seca da parte aérea, diâmetro do caule, componentes da produção e maiores alturas de inserção do primeiro racemo. A produtividade de grãos foi pouco influenciada pelas populações de plantas estudadas, especialmente nos menores espaçamentos entre fileiras. As produtividades mais elevadas da mamoneira cultivar IAC 2028 na safrinha foram obtidas com os espaçamentos entre fileiras mais estreitos. É possível o cultivo da mamoneira de ciclo curto IAC 2028 na safrinha, na região de Botucatu (SP, nos espaçamentos entre fileiras de 0,45 e 0,60 m.

  11. Influ?ncia do glyphosate na anatomia e fisiologia de cultivares de caf? ar?bica

    OpenAIRE

    Reis, Lilian Alves Carvalho

    2013-01-01

    O manejo das plantas daninhas possui grande import?ncia para a manuten??o dos n?veis produtivos da cultura do caf?. O herbicida mais utilizado mundialmente na cultura do caf? ? o glyphosate, por possuir alta efici?ncia e ser mais barato. Ele atua inibindo a enzima 5-enolpiruvilshiquimato, respons?vel pela produ??o de tr?s amino?cidos tirosina, fenilalanina, tryptofano. Influenciando assim a produ??o de metabolitos secund?rios, inclusive os relacionados a forma??o das estruturas anat?micas, m...

  12. Eficácia do herbicida acetochlor na semeadura direta e convencional com ou sem palha e os efeitos sobre o rendimento do milho Acetochlor herbicide efficacy on tillage and no-tillage systems on straw mulch presence or absence and effect on corn yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Vicente Weiss Ferri

    2004-04-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ano agrícola de 2000/2001, com o objetivo de avaliar a eficácia de controle das plantas daninhas com o herbicida acetochlor em Argissolo Vermelho, conduzido sob semeadura direta e preparo convencional, na presença ou ausência de palha. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados com quatro repetições. Os tratamentos constaram de acetochlor nas doses de 0, 1680, 3360 e 5040g ha-1, aplicado em solo sob semeadura direta e preparo convencional, na presença (4,5t ha-1 ou ausência de palha de aveia. Foram avaliados o controle das plantas daninhas, além da altura de plantas e rendimento de grãos de milho. O acetochlor foi mais eficiente para o controle das plantas daninhas no preparo convencional, comparado à semeadura direta. A palha reduziu a eficácia de controle pelo acetochlor. A altura das plantas de milho foi maior na semeadura direta. O rendimento de grãos de milho foi maior no preparo convencional e na presença da palha devido ao melhor controle das plantas daninhas.An experiment was carried out at Federal University at Rio Grande do Sul, with the objective of avaluating herbicide acetochlor efficacy on conventional tillage and no-till soils. The soil is classified as at Paleudult. The following treatments were tested: acetochlor at 0, 1680, 3360 and 5040g ha-1, applied on tillage and no-tillage systems on oat straw mulch presence (4,5t ha-1 and absence. Assessements included crop injury, weed control at 15, 30 and 45 days after herbicide application, and corn crop yeld. The weed control with acetochlor herbicide was more efficient on tillage than on no-tillage system. Straw mulch reduced acetochlor herbicide weed control. Corn plant height was higher on no-tillage than on tillage systems, indicating lower herbicide activity on the first. Corn yield was higher on tillage system and straw mulch presence, due to

  13. A responsabilidade social das empresas no contexto da agricultura familiar : um estudo de caso : as plantações de cacau na Costa do Marfim

    OpenAIRE

    Fernandes, Joana Macedo

    2014-01-01

    O presente artigo pretende analisar de que forma as medidas de Responsabilidade Social da empresa multinacional Nestlé. SA, podem contribuir para o desenvolvimento das comunidades das plantações de cacau na Costa do Marfim, nomeadamente promover o desenvolvimento da agricultura familiar, designadamente nas zonas rurais de África onde segundo dados recolhidos pela FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations) a agricultura familiar é responsável por 80% das ...

  14. Isolamento de gene de defensina em Euphorbia hyssopifolia L., caracterização in silico, propriedades químicas e função putativa da proteína codificada

    OpenAIRE

    Santana, Karla Camila Barbosa

    2012-01-01

    Plantas possuem complexos e eficientes mecanismos de defesa contra diversos agentes patogênicos, dentre eles a ativação transcricional de numerosos genes, como os responsáveis pela produção de peptídeos antimicrobianos, incluindo as defensinas. Tratamse de proteínas pequenas (ca. 5 kDa), básicas e ricas em cisteína, que fazem parte do sistema de defesa desses organismos. Euphorbia hyssopifolia L. é uma erva daninha amplamente empregada na medicina popular brasileira, indiana e ...

  15. ADUBAÇÃO N-K NO ABACAXIZEIRO ‘BRS IMPERIAL’ - I - EFEITO NO DESENVOLVIMENTO E NA FLORAÇÃO DA PLANTA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ARLENE MARIA GOMES OLIVEIRA

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMO O abacaxizeiro ‘BRS Imperial’ é cultivar resistente à fusariose, com folhas sem espinhos, e que carece de informações técnicas específicas para o seu manejo. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de doses de N e K2O no desenvolvimento vegetativo, na floração e nos atributos de desenvolvimento da folha ‘D’ do ‘BRS Imperial’, buscando estabelecer parâmetros da planta para a indução artificial do florescimento. Em delineamento em blocos ao acaso e cinco repetições, testaram-se quatro doses de N (0; 160; 320; 550 kg ha-1 e quatro doses de K2O (0; 240; 480 e 600 kg ha-1, em esquema fatorial completo 4 x 4. A adubação potássica influenciou de forma positiva na massa fresca e no comprimento da planta, bem como no número de mudas por planta após a colheita dos frutos, enquanto a aplicação de N influenciou na emissão de folhas e na massa fresca de mudas. A adubação nitrogenada diminuiu o percentual de florescimento induzido artificialmente, enquanto a potássica aumentou esse parâmetro. A massa máxima estimada da folha ‘D’ foi de 56 g na dose de 364 kg ha-1 de N e na maior dose de K2O (600 kg ha-1. A massa da folha ‘D’ apresentou a melhor correlação com a massa do fruto, sendo estimada a massa mínima de 44 g para obtenção de frutos de 900 g, massa mínima exigida pelo mercado para comercialização.

  16. Efeito de extratos e óleos essenciais de plantas na germinação de urediniósporos de Phakopsora pachyrhizi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.I. Borges

    2013-01-01

    Full Text Available Métodos alternativos para o controle de doenças e pragas de plantas vêm sendo pesquisados buscando causar menores danos ao ambiente e a saúde humana. Diante disso, o objetivo deste estudo foi identificar extratos de plantas e óleos essenciais com possíveis efeitos sobre Phakopsora pachyrhizi, agente etiológico da ferrugem-asiática da soja. Assim, 61 extratos de plantas da flora nativa da região do Alto Rio Grande, Minas Gerais e cinco óleos essenciais obtidos comercialmente foram utilizados com a finalidade de testar os efeitos na germinação de urediniósporos do referido fungo. Foram utilizadas placas de Petri de 6 cm, com meio ágar-água, adicionado com 150 μL de extrato de planta ou 6 μL do óleo essencial misturado ao meio de cultura. Como testemunhas foram utilizadas 150 μL de Tween 20 a 0,7% e 150 μL de água destilada. Após, foram adicionados 50μL de uma suspensão de urediniósporos, na concentração de 2mg.5mL-1 e espalhados com alça de Drigalsky. As placas foram colocadas em BOD, a 23(±2ºC, por 4 horas. A germinação foi paralisada com adição de lactoglicerol. A avaliação da percentagem de esporos germinados foi realizada em microscópio de luz. Dentre os extratos vegetais testados, dez apresentaram percentual de germinação abaixo de 15%, tendo os extratos obtidos das plantas Pelargonium sp., Salvia officinalis, Lavandula officinalis, Mentha pulegium e M. arvensis apresentado germinação de esporos de 3,0%, 3,5%, 3,0%, 2,0% e 4,0%, respectivamente. Todos os óleos essenciais avaliados foram efetivos na inibição da germinação, com destaque para o óleo essencial de Caryophilus aromaticus, que apresentou percentagem de germinação de 5%, resultando num percentual de inibição de 50,0%.

  17. RESPUESTA DE PLANTAS DE ARROZ (Oryza sativa L. A LA APLICACIÓN DE DIFERENTES NIVELES DE NaCl. I. CRECIMIENTO Y RELACIONES HÍDRICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. Morales

    2006-01-01

    Full Text Available Este trabajo se realizó con el objetivo de determinar la respuesta en el crecimiento y las relaciones hídricas de dos variedades de arroz (Oryza sativa L. al ser expuestas a diferentes niveles de NaCl. Las plantas se desarrollaron en una cámara de crecimiento en condiciones de hidroponía. Las evaluaciones se llevaron a cabo al iniciarse el experimento, a los siete y 14 días de aplicados los tratamientos y después de siete días de recuperación. Las evaluaciones realizadas consistieron en la biomasa expresada como la materia fresca y seca de raíces y la parte aérea, la conductancia estomática, transpiración y los potenciales hídrico foliar, osmótico, de presión y osmótico a plena turgencia. El análisis del comportamiento de las plantas indicó que estas modificaron tanto el crecimiento como las relaciones hídricas al ser expuestas a las condiciones salinas. También se apreció que en estas condiciones las plantas desarrollaron el mecanismo de ajuste osmótico.

  18. Interação entre temperatura do solo, profundidade de semeadura e tratamento de sementes com fungicida na emergência de plantas de milho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Trezzi Casa

    2012-03-01

    Full Text Available O trabalho avaliou a interação entre temperaturas do solo (13ºC, 15ºC, 17ºC e 19ºC, profundidades de semeadura (2,5; 5,0 e 7,5 cm e tratamento de semente com fungicida (captan + tiabendazole na emergência de plantas de milho. Utilizaram-se sementes do híbrido AS 1565 com 22% de incidência de Fusarium verticillioides e solo de lavoura naturalmente infestado. O ensaio foi conduzido em câmaras climatizadas por 25 dias, com contagem diária da emergência. Houve diferença significativa entre sementes tratadas e não tratadas, sendo que quanto menor a temperatura do solo e maior a profundidade de semeadura, maior a resposta ao tratamento de sementes na emergência de plantas. A estabilidade de emergência ocorreu aos 23, 18, 12 e 12 dias após a semeadura respectivamente para 13ºC, 15ºC, 17ºC e 19ºC, mostrando redução na velocidade de emergência nas temperaturas baixas.

  19. Rice seedling and plant development as affected by increasing rates of penoxsulam under controlled environments Desenvolvimento de plântulas e plantas adultas de arroz em função de doses crescentes de penoxsulam em ambiente controlado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Concenço

    2006-01-01

    Full Text Available Rice is a major staple in many countries. Weed control is one of the factors limiting higher rice yield. ALS (acetolactate synthase-inhibiting herbicides are desirable weed control herbicides because of their high efficacy, low toxicity to mammalians, and low rates used. An important herbicide characteristic is high selectivity to the crop, since it facilitates fast crop establishment and greater crop advantage over the weeds. The objectives of this work were to study the effects of increasing rates of the ALS-inhibiting herbicide penoxsulam on seed integrity and germination, and seedling and plant development of rice cv. BRS Pelota under controlled laboratory and greenhouse conditions. The results showed that penoxsulam affected rice germination and seedling and plant growth at rates above 54 g a.i. ha-1, and that penoxsulam is safe for rice seedling development at the currently recommended rates.O arroz é componente importante da dieta humana em vários países. Entre os fatores que limitam o aumento na sua produtividade está o controle de plantas daninhas. Os herbicidas inibidores da ALS (acetolactato sintase são preferidos em razão da alta eficiência no controle de plantas daninhas, da baixa toxicidade aos mamíferos e das baixas doses utilizadas. Uma característica importante que um herbicida deve possuir é a alta seletividade à cultura, pois ela implica estabelecimento mais rápido, com vantagem competitiva sobre as plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos do herbicida inibidor da ALS penoxsulam em doses crescentes sobre a integridade e germinação das sementes, bem como sobre o desenvolvimento inicial das plântulas e da planta adulta do cultivar BRS Pelota, sob condições de ambiente controlado (laboratório e casa de vegetação. Os resultados mostraram que o penoxsulam afetou a germinação e o crescimento de plântulas e plantas adultas nas doses acima de 54 g i.a. ha-1 e que ele é seguro para o

  20. Efeito do metalaxil na resposta do sistema antioxidante de Solanum nigrum L. : estudo em células em suspensão e em plantas intactas

    OpenAIRE

    Sousa, Tânia Alexandra Machado Morais de

    2012-01-01

    Dissertação de mestrado em Fisiologia Molecular de Plantas O Ridomil é um fungicida correntemente utilizado na prática agrícola sendo efetivo no tratamento de fungos pertencentes à ordem Peronosporales. Sendo este fungicida estável face a amplas faixas de pH, luminosidade e temperatura é indispensável o desenvolvimento de estratégias de remediação para este composto, de modo a assegurar uma produtividade agrícola sustentável com o menor impacto ambiental possível. Considerando ...

  1. PRODUÇÃO DE MATÉRIA SECA E ACÚMULO DE MACRONUTRIENTES NA PARTE AÉREA DAS PLANTAS DE NIGER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Munir Mauad

    2015-04-01

    Full Text Available O estudo da marcha de absorção de nutrientes e da produção de matéria seca em razão do estádio de desenvolvimento das culturas é de fundamental importância para subsidiar estratégias de adubação. Este trabalho objetivou determinar a produção de matéria seca e o acúmulo de macronutrientes na parte aérea das plantas de Guizotia abyssinica (niger, em diferentes estádios de crescimento e desenvolvimento. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com cinco repetições. Amostras da parte aérea das plantas foram coletadas aos 15, 30, 45, 60, 75 e 90 dias após a emergência (DAE. Em cada coleta, as plantas foram divididas em folha, caule + ramos, capítulo e aquênios (grãos, secas até peso constante para posterior determinação da massa de matéria seca e teor de N, P, K, Ca, Mg e S. Os teores dos macronutrientes na parte aérea das plantas de niger, seguiram a seguinte ordem de exportação de nutrientes: N > Ca > Mg > P > K > S. Em contrapartida, quanto aos teores dos nutrientes nos grãos por ocasião da colheita do experimento, a quantidade dos elementos exportados seguiu a ordem: N > P > Ca > Mg > S > K. Atenção especial deve ser dada à manutenção da adequada disponibilidade de N e P nas fases inicias por causa do ciclo curto e do rápido surgimento das estruturas reprodutivas. A exportação de nutrientes e o índice de colheita são baixos para as plantas de niger, resultando maior oferta de nutrientes para o cultivo em rotação.

  2. Tolerância à interferência de plantas competidoras e habilidade de supressão por cultivares de soja: I. Resposta de variáveis de crescimento

    OpenAIRE

    2005-01-01

    Características morfofisiológicas diferenciais de plantas podem influenciar as relações de competição entre cultura e plantas daninhas. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência das características de plantas de quatro cultivares de soja sob competição ou não com outros dois cultivares de soja, simulando espécies daninhas dicotiledôneas, durante a fase vegetativa de crescimento. Para isso, conduziram-se dois experimentos: um em vasos, visando fornecer subsídios quanto ao cresci...

  3. Efeitos de parâmetros de aplicação na ação dessecante do herbicida sulfosate sobre plantas de arroz Effects of application parameters on desiccation action of herbicide sulfosate on rice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilson G. Fleck

    1999-04-01

    Full Text Available O controle de plantas daninhas do tipo gramíneas constitui-se em grande problema nos sistemas de cultivo mínimo, requerendo aplicações eficientes de herbicidas. Nesse sentido, parâmetros de tecnologia de aplicação como volume de calda, tamanho de gota e concentração herbicida exercem grande influência sobre a atividade desses produtos. O objetivo desse trabalho foi investigar os efeitos das interações da dose herbicida, sua concentração na solução e o volume do veículo diluente, sobre a eficiência do herbicida sulfosate, usando-se arroz como espécie reagente. O experimento foi conduzido durante a safra agrícola de 1994/95 na Estação Experimental do Arroz do IRGA, em Cachoeirinha, RS. Foram testados 18 tratamentos, constituídos por cinco doses de sulfosate (1,7; 2,3; 3,0; 4,0 e 4,7 l/ha de produto formulado; cinco volumes de diluente (85; 115; 150; 200 e 235 l/ha e cinco concentrações de produto na calda (1,2; 1,5; 2,0; 2,6 e 3,3% v/v. Em cada condição um desses parâmetros era fixado e os outros dois variavam. Ao se manter constante o volume de calda, não houve diferenças, na última avaliação, entre as doses 3,0; 4,0 e 4,7 l/ha de sulfosate, quando todas alcançaram nível ao redor de 90% de controle do arroz. Já quando se manteve constante a concentração herbicida, as respostas às doses foram não significativas. Apenas na última avaliação observou-se desempenho inferior da menor dose. Na terceira condição, quando se manteve constante a dose herbicida, observou-se que o sulfosate foi mais atuante quando aplicado nas maiores concentrações. Foram alcançados níveis de controle ao redor de 90% com doses de sulfosate de 3 l/ha ou superiores, ou com concentrações herbicidas de 2% ou maiores. Isso demonstra que parâmetros de tecnologia de aplicação de sulfosate podem ser alterados no sentido de se obter maior eficiência na sua ação.Control of weed grass species constitutes a great problem in reduced

  4. Influência da idade da planta e da maturação dos frutos no momento da colheita na qualidade do café

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borges Fernanda Barbosa

    2002-01-01

    Full Text Available São de grande importância os cuidados no preparo do café desde a colheita até o consumo e o estudo de parâmetros que possam influenciar na classificação comercial do grão e na qualidade da bebida. Teve-se como objetivos analisar a influência da idade das plantas, pertencentes à mesma variedade, e dos estágios de maturação dos grãos (secos, cerejas e verdes no resultado da classificação comercial e na qualidade da bebida. Realizou-se a colheita, por derriça no pano, de uma área com café arábica variedade Catuaí de 12 anos e de outra de 3 anos. Constituiu-se, para cada idade das plantas, os seguintes lotes: 100% cereja, 60% cereja e 40% verde, 80% cereja e 20% verde, 60% cereja e 40% seco, 80% cereja e 20% seco, e composição obtida na colheita. Na classificação comercial, obedeceu-se as normas estabelecidas pela Tabela Oficial Brasileira de Classificação (tipo, peneira, aspecto, cor e seca. Na classificação da bebida, optou-se por utilizar consumidores como provadores, com o objetivo de analisar a aceitabilidade da bebida pelo mercado consumidor. Como resultados, obteve-se, na classificação por tamanho e determinação de peneira média que os lotes de 12 anos apresentaram-se, com peneira média 15, resultado inferior aos lotes de 3 anos, com peneira média 16. Na classificação comercial e na da bebida, os resultados foram melhores, em geral, para os lotes de 3 anos em diferentes misturas, sem influência dos diferentes estágios de maturação.

  5. Ocorrência de espécies daninhas em função de sucessões de cultivo Occurrence of weed species under crop succession

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Concenço

    2013-06-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho avaliar a composição da comunidade infestante na cultura da soja, em função de sucessões de culturas por distintos períodos (uma ou três safras consecutivas. O ensaio foi instalado em campo na Embrapa Agropecuária Oeste, Dourados, MS. Foram avaliados cinco tratamentos de outono-inverno com histórico de uma ou três safras de implantação: milho solteiro - 90 cm entrelinhas; milho solteiro - 45 cm entrelinhas; consórcio milho + Brachiaria ruziziensis; Brachiaria ruziziensis solteira; e feijão-caupi. No final do mês de setembro de 2011, as áreas foram dessecadas com glyphosate para semeadura da soja; 30 dias após a dessecação, foram realizadas as avaliações. A caracterização fitossociológica das plantas daninhas estimou a abundância, a frequência, a dominância e o índice de valor de importância de cada espécie em cada área. As áreas foram ainda intra-analisadas quanto à diversidade de espécies, pelos índices de Simpson e Shannon-Weiner, e intercaracterizadas pela matriz de similaridade de Jaccard, pelo método UPGMA. O cultivo da soja deve ser seguido pela semeadura de espécie que proporcione elevada quantidade de palha residual na entressafra, com distribuição uniforme na superfície do solo. Essa palhada deve ser formada por resíduos de plantas com elevada relação C/N. Neste estudo, os sistemas de consórcio milho+braquiária, ou mesmo braquiária solteira, resultaram em menor nível de infestação por plantas daninhas em áreas de sucessão à soja, ao longo do tempo de utilização.This study aimed to evaluate the composition of weed communities in the soybean culture under cultivation of distinct commercial crops, grown for one or three subsequent years, without crop rotation. The experiment was installed under field conditions at Western Agriculture Embrapa, Dourados, Brazil. Five fall-winter treatments, planted over one or three subsequent years, were evaluated: corn

  6. Influência da cama de frango e de espaçamentos entre plantas na produtividade agroeconômica de mandioquinha-salsa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elissandra Pacito Torales

    2014-04-01

    Full Text Available A cultura da mandioquinha-salsa constitui-se em ótima alternativa para pequenos e médios produtores, especialmente dentro dos conceitos de agricultura familiar. O objetivo deste trabalho foi conhecer a produtividade agroeconômica da mandioquinha-salsa cultivada com dois espaçamentos entre plantas (20 e 25 cm e formas de adição de massa seca de cama de frango ao solo [cobertura (10 t ha-1, incorporada (10 t ha-1, cobertura (5 t ha-1 + incorporada (5 t ha-1 e sem cama de frango (0 t ha-1], realizando duas colheitas independentes em diferentes estágios de maturação, 50% e 70% de senescência, que ocorreram respectivamente aos 224 e 249 dias após o plantio (DAP. As características avaliadas não foram influenciadas significativamente pela interação espaçamentos entre plantas e formas de adição de cama de frango, mas foram influenciadas pelas formas isoladas. As maiores massas de matérias frescas de folhas, coroas e os rebentos foram obtidos com o espaçamento de 25 cm entre plantas, nas duas colheitas. Aos 50% de senescência os aumentos foram de 27% (folhas, 28% (coroas e 37% (rebentos e aos 249 DAP foram de 25% (folhas, 13% (coroas, 18% (rebentos e 22% (raízes comerciais em relação a 20 cm entre plantas. Aos 70% de senescência as melhores produções de raízes comerciais foram com a cama de frango incorporada e em cobertura + incorporada, que superaram em 10,27 t ha-1 e 7,29 t ha-1, respectivamente, sem a cama de frango. Para serem obtidas maiores produtividades de raízes comerciais, o cultivo em canteiros da mandioquinha-salsa 'Amarela de Carandaí' deve ser feito com espaçamento de 25 cm entre plantas e com a adição ao solo de cama de frango na forma incorporada, realizando a colheita com 70% de senescência da parte foliar aos 249 DAP.

  7. Proteção do solo por plantas de cobertura de ciclo hibernal na região Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Regina Dahlem Ziech

    2015-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de plantas de cobertura de ciclo hibernal na proteção do solo, na região Sudoeste do Paraná, em função da taxa de cobertura, da produção de matéria seca (MS, da relação C/N e da manutenção da MS remanescente dos resíduos vegetais na superfície do solo. Foram utilizados como cobertura do solo: aveia-preta (Avena strigosa, azevém (Lolium multiflorum, centeio (Secale cereale, tremoço-branco (Lupinus albus, ervilhaca comum (Vicia sativa, nabo forrageiro (Raphanus sativus e consórcios entre aveia-preta + ervilhaca comum (A+E e aveia-preta + ervilhaca comum + nabo forrageiro (A+E+N. O experimento foi avaliado durante os anos agrícolas 2010/2011 e 2011/2012. A decomposição das plantas de cobertura foi determinada com uso de bolsas de decomposição ("litter bags". A aveia-preta e os consórcios proporcionaram maiores taxas de cobertura do solo aos primeiros 50 dias após a semeadura, com aporte de MS superior a 2.600 kg ha-1 na superfície do solo. O consórcio entre A+E+N apresentou relação C/N equilibrada e decomposição intermediária em relação ao cultivo solteiro, tendo promovido 1.045 kg ha-1 de palhada sobre o solo, 120 dias após seu manejo. Gramíneas puras e consórcios com gramíneas apresentam maior potencial de proteção do solo

  8. Tamponamento do pH da solução nutritiva na hidroponia de plantas ornamentais.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maira C. M. Fonseca

    2005-06-01

    Full Text Available Seis espécies de plantas ornamentais: Viola tricolor, Antirrhinum majus, Phlox drummondii, Petunia hibrida, Statice sinuata e Alyssum maritimun foram cultivadas em solução nutritiva com e sem agente tamponante, num experimento fatorial inteiramente casualizado com três repetições. Avaliou-se o tempo para germinação, produção de muda, início do florescimento, teores de nutrientes e perdas do vigor e da qualidade das flores. As plantas foram colhidas quando perderam o vigor e a qualidade das flores. Dentre as espécies cultivadas, a que apresentou menor ciclo foi boca-de-leão (Antirrhinum majus. Boca-de-leão (Antirrhinum majus e petúnia (Petúnia x hybrida monstraram-se melhor esenvolvidas quando cultivadas com agente tamponante. Amorperfeito (Viola tricolor e flox (Phlox drummondii tenderam a um melhor desenvolvimento em solução nutritiva sem agente tamponante. Para estátice (Statice sinuata e alisso (Alyssum maritimun as soluções empregadas não resultaram em diferenças significativas no crescimento das plantas, embora o vigor e número de flores de alisso apresentem superioridade em presença de agente tamponante.

  9. Germination ecology of Rhynchosia capitata: an emerging summer weed in Asia Ecologia da germinação de Rhynchosia capitata: planta daninha emergente durante o verão na Ásia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H.H. Ali

    2013-06-01

    Full Text Available Rhynchosia capitata is becoming an increasing problem in summer crops, such as cotton, soybean, pearl millet and mungbean in many Asian countries. Laboratory and greenhouse studies have been conducted to determine the effects of several environmental factors on seed germination patterns and seedling emergence of R. capitata. We investigated whether the diverse ecological factors such as temperature, light, salinity, moisture stress, pH, and soil depth affected germination and seedling emergence of R. capitata. Germination increased as temperature increased from 25ºC and significantly reduced at 45ºC. Presence or absence of light did not influence germination. Germination of R. capitata was sensitive to increased salt and moisture stress, as well as to seed burial depth. Only 48% of seeds germinated at 150 mM salt concentration compared to 100% in control (distilled water. Similarly, 15% of seeds germinated at an osmotic potential of ‑0.8 MPa compared to 88% at ‑0.2 MPa. The optimum pH for seed germination of R. capitata was 7 (98% germination, but the seeds also germinated at lower level of pH 5 (85% and at higher level of pH 10 (75%. In seed burial trial, maximum seedling emergence of 93% occurred at 2 cm depth, and seedling did not emerge from a depth of 12 cm. The high germination ability of R. capitata under a wide range of ecological factors suggests that this species is likely to be the one to cause more problems in a near future, if not managed appropriately.A Rhynchosia capitata vem se tornando um problema crescente para culturas de verão como algodão, soja, milheto e feijão-mungo em muitos países asiáticos. Foram feitos estudos de laboratório e estufa para determinar os efeitos de vários fatores ambientais sobre os padrões de germinação das sementes e emergência das plântulas de R. capitata. Diversos fatores ecológicos, tais como, temperatura, luz, salinidade, estresse hídrico, pH e profundidade do solo foram avaliados para saber se afetam a germinação e emergência das plântulas de R. capitata. A germinação aumentou à medida que a temperatura aumentou a partir de 25ºC e reduziu significativamente a 45ºC. A presença ou ausência de luz não influenciou a germinação. A germinação das sementes de R. capitata se mostrou sensível ao aumento dos estresses hídrico e salino, bem como à profundidade do enterrio das sementes. Apenas 48% das sementes germinaram a 150 mM de concentração salina, em comparação com 100% no controle (água destilada. Do mesmo modo, 15% das sementes germinaram a um potencial osmótico de -0,8 MPa, em comparação com 88% a -0,2 MPa. O pH ideal para a germinação de sementes de R. capitata foi 7 (98% de germinação, mas as sementes germinaram também a um nível inferior de pH 5 (85% e superior de pH 10 (75%. No experimento de enterrio das sementes, a máxima emergência das plântulas de 93% foi a 2 cm de profundidade e as plântulas não emergiram a partir da profundidade de 12 cm. A alta capacidade de germinação da R. capitata sob uma ampla gama de fatores ecológicos sugere que provavelmente esta espécie será a que mais causará problemas em um futuro próximo se não for gerida de forma adequada.

  10. Riscos e benefícios do uso de plantas transgênicas na agricultura Risks and benefits of transgenic plants to agriculture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristine Luise Handel

    1996-12-01

    Full Text Available O desenvolvimento de técnicas de DNA recombinante possibilitou a produção de plantas transgênicas através da transferência de genes de bactérias, vírus ou animais para as espécies vegetais. Como resultado desta tecnologia, já estão disponíveis ao melhoramento de plantas novas fontes de genes e plantas com resistência a doenças e insetos, tolerância a herbicidas e estresses ambientais e com qualidade superior. O objetivo desta revisão é apontar riscos, benefícios e aspectos importantes no uso de plantas transgênicas na agricultura. Entre as questões que vêm sendo discutidas a respeito de testes a campo de plantas transgênicas, pode-se destacar a segurança dos genes marcadores (especialmente os que conferem resistência a antibióticos ou tolerância a herbicidas e o fluxo gênico entre espécies vegetais. Apesar dos Estados Unidos da América e a Comunidade Européia possuírem legislações para regulamentar os testes a campo e a liberação de plantas transgênicas em escala comercial, não existe uma legislação internacional que regulamente o uso desses produtos em outras partes do mundo. O impacto da tecnologia do DNA recombinante na produção de novos produtos agrícolas dependerá do entendimento pela sociedade dos riscos e benefícios que essa tecnologia poderá trazer para a agricultura.The development of recombinant DNA techniques has enabled gene transfer between plants and bacteria, virus or animais to produce transgenic plants. As a result of this technology, there are new genes and plants available to plant breeding for disease and insect resistance, herbicide and environmental stresses tolerance, and for superior quality products. The objectives of this review are topoint out the risks, benefits and importam aspects in using transgenic plants in agriculture. Among the important issues that have been discussed about field tests with transgenic plants, two have received more attention: the safety of marker

  11. Soil organisms associated to the weed suppressant Crotalaria juncea (fabaceae and its importance as a refuge for natural enemies Organismos de solo associados à supressora de plantas daninhas Crotalaria juncea (fabaceae e sua importância como refúgio para inimigos naturais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W.S Tavares

    2011-09-01

    : Lagriidae, Melanotus sp. (Coleoptera: Elateridae, Meloidogyne incognita (Tylenchida: Heteroderidae, Nephila clavipes (Araneae: Nephilidae, Orius insidiosus (Hemiptera: Anthocoridae, Pheidole sp. (Hymenoptera: Myrmicidae, Phyllophaga sp. (Coleoptera: Scarabeidae, Procornitermes sp. (Isoptera: Termitidae, Solenopsis sp. (Hymenoptera: Formicidae e Utetheisa ornatrix (Lepidoptera: Arctiidae foram identificados em C. juncea. Os organismos que foram encontrados durante um período de três meses em 144 trincheiras em C. juncea foram as espécies de pragas (84,47% e inimigos naturais (15,53%. Inimigos naturais tiveram uma média de 11,89 indivíduos por 1,08 m³ de solo cultivado com C. juncea. A abundância de organismos na fase de vagem (5,49% de C. juncea foi menor do que nas fases vegetativa (83,50% e floração (11,01%. Plantas de C. juncea podem ser usadas como parte de um sistema de cultivo para o Manejo Integrado de Pragas.

  12. Reprodução de Meloidogyne enterolobii em olerícolas e plantas utilizadas na adubação verde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Magrinelli Osório Rosa

    Full Text Available RESUMOMeloidogyne enterolobii é considerada uma espécie agressiva entre os nematoides das galhas. Nesse contexto, o objetivo do trabalho foi determinar o fator de reprodução de M. enterolobii, em 42 olerícolas e 18 plantas utilizadas na adubação verde. Os ensaios foram conduzidos em casa de vegetação. A infestação do solo foi realizada com 5.000 ovos e juvenis de segundo estádio de M. enterolobii/vaso. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com seis repetições por tratamento. Tomateiro 'Rutgers' foi utilizado como padrão de viabilidade do inóculo. As plantas consideradas resistentes foram alface 'Grand Rapids', cebolinhas 'Tokyo' e 'Nebuka', alho 'Poró Gigante', salsas 'Comum HT' e 'Graúda Portuguesa', cenouras 'Brasília', 'Brasília Irecê' e 'Planeta'; e todas as brássicas estudadas: couve-flor 'Teresópolis Gigante' e 'Piracicaba Precoce'; repolhos 'Chato de Quintal' e 'Coração de Boi'; brócolis 'Piracicaba', 'Brasília', 'Santana', 'Cabeça', 'Bruxelas' e "Tronchuda Portuguesa'. Os adubos verdes azevém, Crotalaria breviflora, C. juncea, C. spectabilis, C. mucronata, C. ochroleuca, Dolichos lablab, Pennisetum glaucum, Mucuna deeringiana, M. cinereum, M. aterrima e Raphanus sativus também foram resistentes. Essas plantas constituem opção viável para a rotação de culturas em áreas infestadas com M. enterolobii.

  13. Manejo do azevém no estabelecimento inicial de plantas, na ciclagem de nutrientes e no rendimento de grãos do arroz irrigado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Bruck Ferreira

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO: O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes manejos da cultura do azevém na entressafra do arroz irrigado, sobre o estabelecimento inicial de plantas, a ciclagem de nutrientes e o rendimento de grãos de arroz. O experimento foi conduzido em área de várzea sistematizada durante os anos agrícolas de 2010/11 e 2011/12, sob delineamento de blocos ao acaso, com cinco repetições com os tratamentos constituídos por: épocas de dessecação do azevém, antecedendo a semeadura do arroz, pousio e retirada da palha através da produção de feno de azevém. Há redução do estande inicial de plantas de arroz irrigado à medida que a dessecação do azevém se aproxima da semeadura do arroz. A utilização do azevém em áreas de várzea intensifica a ciclagem de nutrientes, mas recomenda-se que, em azevém não pastejado, a dessecação seja realizada com antecedência de 60 dias antes da semeadura do arroz irrigado para não prejudicar o rendimento de grãos do mesmo. A produção de feno de azevém é uma alternativa viável para a entressafra em áreas de várzea, pois não prejudica o estabelecimento inicial de plantas de arroz irrigado.

  14. Nitrogênio proveniente da adubação nitrogenada e de resíduos culturais na nutrição da cana-planta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Cesar Vitti

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a recuperação, pela cana-planta, do nitrogênio (15N proveniente da ureia e de resíduos culturais da palhada e do sistema radicular da cultura da cana (Saccharum spp. incorporados ao solo. O experimento foi instalado na safra de 2005/2006, com a cultivar SP81-3250. No plantio, foram instaladas microparcelas de 1,5x2 m, em que aplicaram-se doses equivalentes a 80 kg ha-1 de N (ureia com 5,05% de 15N e 14 Mg ha-1 de resíduos culturais, dos quais 9 Mg ha-1 de palhada (PA e 5 Mg ha-1 de sistema radicular (SR, marcados com 15N (1,07 e 0,81% de 15N, respectivamente. Durante o ciclo da cultura, determinou-se o acúmulo total de N da planta. Embora o aproveitamento do N oriundo da mineralização dos resíduos culturais (PA e SR pela parte aérea tenha aumentado expressivamente com o tempo, esta fonte pouco contribuiu para a nutrição da cultura. A recuperação pela cana-planta de 15N-ureia, 15N-PA e 15N-SR foi de 30,3±3,7%, 13,9±4,5% e 6,4±0,9% respectivamente, o que representa 15,9, 4,7 e 1,4% do nitrogênio total acumulado pela parte aérea da cultura.

  15. Water use efficiency of cassava plants under competition conditions Eficiência do uso da água de plantas de mandioca em condições de competição

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I Aspiazú

    2010-12-01

    associadas a três espécies daninhas (Bidens pilosa, Commelina benghalensis e Brachiaria plantaginea. Após início da brotação das manivas, 15 dias após o plantio, fez-se o desbaste das plantas daninhas, semeadas no momento do plantio das manivas, deixando-se oito plantas de B. pilosa, quatro de C. benghalensis e quatro de B. plantaginea. Aos 60 dias após a emergência (DAE, foram avaliados a condutância estomática de vapores de água (Gs, pressão de vapor na câmara subestomática (Ean, gradiente entre temperatura da folha e do ar (ΔT, taxa de transpiração (E e a eficiência do uso da água (EUA. A espécie B. pilosa demonstrou maior capacidade de afetar o crescimento das plantas de mandioca. B. plantaginea é muito eficiente em utilizar a água, principalmente por apresentar metabolismo C4 , e se mantém competitiva com a mandioca mesmo sob baixo status hídrico temporário. C. benghalensis, por sua vez, não é boa competidora por luz e aparentemente não é causadora primária do esgotamento da água no solo. Os efeitos, nesse caso, das plantas daninhas, foram mais associados à competição. No entanto, eles foram considerados entre moderados a baixos. Isso implica que a competição estabelecida a nível experimental foi baixa.

  16. A precisão experimental para diferentes manejos na cultura do milho Experimental precision for different corn production managements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidinei José Lopes

    1995-01-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos de formas de controle de plantas daninhas, uniformidade de distribuição das sementes e adubo, e proteção das plantas jovens aos insetos sobre o erro experimental. As formas de manejo foram organizadas em três experimentos no delineamento inteiramente casualizado, sendo cada repetição das formas de manejo composta por seis linhas de 5,0m de uma cultivar precoce de milho. O controle de plantas daninhas, realizado pelo método químico ou pela capina manual não proporcionou diferença significativa no erro experimental. A estimativa do erro experimental da forma de distribuição de adubo mais uniforme foi menor do que na forma desuniforme. A distribuição de sementes na linha de semeadura, realizada manualmente, e não eqüidistante acarreta um menor erro experimental para rendimento de grãos e população final de plantas, se comparada com a distribuição eqüidistante.The effects of weed control procedures, fertilizer and seed distribution uniformity, and young plant protection to insects over the experimental error were studied. The management procedures were organized in three experiments using a completely randomized design. Each replication of the management procedure was made by 6 lines of 5m using a short-day com cultivar. The weed control, made by herbicides or manual control did not present significam difference in the experimental error. The evaluation of the experimental error of the more uniform fertilizer distribution was smaller than the desuniform distribution. The line seed distribution, done by hand and not with the same distance, caused a smaller experimental error for grain yield and final population than the line seed distribution with the same distance.

  17. Plantas medicinais: o saber sustentado na prática do cotidiano popular Medicinal plants: the knowledge sustained by daily life practice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Rossato Badke

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi conhecer o cotidiano popular dos moradores da comunidade assistida por Unidade de Saúde da Família em município do Rio Grande do Sul, sobre o emprego terapêutico de plantas medicinais no cuidado à saúde. Pesquisa qualitativa, com coleta de dados por meio de entrevista semiestruturada e observação participante. Os dez entrevistados, usuários de plantas medicinais, adscritos à referida unidade, foram selecionados por meio da rede de relações. A análise temática permitiu o surgimento de categorias. Constatou-se que o uso do chá caseiro é comum entre os partipantes e que a maioria das plantas medicinais utilizadas pelos entrevistados tem suas indicações terapêuticas populares semelhantes às encontradas na literatura científica. Acredita-se que a pesquisa tenha relevância para os enfermeiros e para a sociedade, pois aponta para uma necessária aproximação entre o saber popular e científico, bem como para a criação de projetos que trabalhem com essa temática.El objetivo del trabajo fue conocer el cotidiano de las personas de la comunidad asistida por una Unidad de Salud de la Familia, en el municipio de Rio Grande do Sul, sobre el uso terapéutico de las plantas medicinales en la atención de la salud. La investigación cualitativa, fue realizada con colecta de datos por medio de entrevista semi-estructurada y observación participante. Los diez entrevistados, usuarios de plantas medicinales, adscritos a la referida unidad, fueran seleccionados por medio de la red de relaciones. El análisis temático permitió el surgimiento de las categorías. Se constató que el uso de té casero es común entre los participantes y que la mayoría de las plantas medicinales utilizadas por los entrevistados tienen sus indicaciones terapéuticas populares similares a las encontradas en la literatura científica. Se cree que la investigación tiene importancia para los enfermeros y para la sociedad, pues apunta

  18. CRESCIMENTO E RELAÇÕES HÍDRICAS EM PLANTAS DE GOIABEIRA SUBMETIDAS A ESTRESSE SALINO COM NaCl GROWTH AND WATER RELATIONS IN GUAVA PLANTS UNDER NaCl SALINE STRESS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FRANCISCO JOSÉ ALVES FERNANDES TÁVORA

    2001-08-01

    Full Text Available Tendo como objetivo determinar os efeitos do estresse salino sobre o crescimento e as relações hídricas de plantas de goiabeira (Psidium guajava L, conduziu-se um experimento em casa de vegetação, em solução nutritiva, na Universidade Federal do Ceará, no período de setembro a dezembro de 1997. Os tratamentos consistiram de sete níveis de NaCl (0; 25; 50; 75; 100; 125 e 150 mmol L-1. Avaliaram-se, aos 50 dias após o estresse salino (DAE: altura da planta, número de folhas e área foliar unitária e por planta. A taxa de crescimento relativo (TCR foi determinada entre 30 e 50 DAE. Aos 20; 30; 40 e 50 DAE, foram determinadas condutâncias estomáticas, transpiração, potencial hídrico e teor relativo de água (TRA. Dentre as variáveis estudadas, a área foliar por planta foi a mais afetada, com uma redução de 92% quando submetida ao nível mais elevado de salinidade (150 mmol L-1. A condutância estomática, a transpiração, o potencial hídrico foliar (psiwf e o teor relativo de água (TRA decresceram com o aumento dos níveis e do tempo de exposição ao NaCl. As plantas jovens de goiabeira são sensíveis à salinidade, com uma salinidade limiar de 1,2 dSm-1. A taxa de sobrevivência foi reduzida em 75% quando as plantas foram submetidas a 150 mmol L-1 até 50 dias após o estresse.A hidroponic greenhouse experiment was conducted, in the Universidade Federal do Ceará, from September to December 1999, with the objective of studying the response of guava plants (Psidium guajava L. to increased levels of NaCl concentrations. The plants were treated with seven levels of NaCl concentrations in the nutrient solution (0, 25, 50, 75, 100, 125 and 150 mmol L-1. Plant height, leaf number, leaf area per plant and unit leaf area were measured at 50 days after stress (DAS. Relative growth rate (RGR was determined between 30 and 50 DAE. Leaf conductance; transpiration; water potential and relative water content (RGR were determined at 20

  19. Marcadores moleculares na predição do sexo em plantas de mamoeiro Molecular markers for sex identification in papaya

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eder Jorge de Oliveira

    2007-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi validar marcadores moleculares, previamente identificados como ligados ao sexo do mamoeiro, para utilização na seleção indireta em genótipos comerciais. Foram analisadas duas variedades do grupo Solo e dois híbridos do grupo Formosa, com utilização de 20 plantas por genótipo, quatro marcadores do tipo SCAR (Sequence Characterized Amplified Region e um RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA. O RAPD BC210 permitiu a identificação de todas as plantas femininas e hermafroditas, o que revela grande potencial para ser usado na seleção assistida em alguns dos genótipos mais cultivados no Brasil. Os marcadores do tipo SCAR não permitiram a identificação correta do sexo dos genótipos, pois detectou-se a presença de falso-positivos e falso-negativos nas análises.The objective of this work was the validation of previous discovered sex related molecular markers of papaya, aiming at the indirect selection of Brazilian commercial genotypes. Two varieties of the Solo group and two hybrids of the Formosa group (20 plants for genotype, four SCAR (Sequence Characterized Amplified Region and one RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA markers were used. All hermaphrodite and female plants were correctly predicted by RAPD BC210, showing its high potential for marker assisted selection in important commercial genotypes used in Brazil. The SCAR markers did not show the true sex identification of these genotypes, revealing the presence of false positives and negatives in the analyses.

  20. Efeito de solo previamente cultivado com plantas aromáticas na germinação e no desenvolvimento inicial de alface

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T. S. PEREIRA

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMOO objetivo desse trabalho foi verificar o efeito do solo pré-cultivado com plantas aromáticas na germinação e no desenvolvimento inicial de plântulas de alface cv. Simpson. A pesquisa foi realizada na Embrapa Hortaliças, Brasília, em bandejas mantidas em casa de vegetação. O experimento foi conduzido em delineamento experimental inteiramente casualizado, com três repetições e onze tratamentos: solo pré-cultivado com hortelã-comum (Mentha x villosa, hortelã-brava (Mentha arvensis, hortelã-pimenta (Mentha piperita, Mentha spp., capim-citronela (Cymbopogon winterianus, capim-limão (Cymbopogon citratus, manjericão de folha larga (Ocimum basilicum, manjericão de folha roxa (Ocimum gratissimun, tomilho (Thymus vulgaris, sálvia (Salvia officinalis e solo da mesma área sem cultivo prévio de planta aromática (controle. Aos 30 dias após o semeio, foram avaliadas: índice de velocidade de emergência (IVE, taxa de sobrevivência (TS, número de folhas (NF, comprimento da raiz principal (CRP e da parte aérea (CPA, massa fresca da raiz (MFR e da parte aérea (MFPA e massa seca da raiz (MSR e da parte aérea (MSPA. Os dados foram submetidos à análise de variância e teste de Tukey a 5% de probabilidade. Houve diferença significativa em relação ao IVE, sendo que o tratamento com C. citratus afetou negativamente a emergência das plântulas. O tratamento com M. arvensis apresentou uma TS de apenas 16% das plantas aos 30 dias após a semeadura. O NF foi menor no tratamento com M. arvensis, diferentemente de todos os demais, exceto S. officinalis. A MRF e MFF foram estimuladas pelo tratamento com T. vulgaris sendo superior a todos os outros tratamentos. Os resultados obtidos permitem concluir que houve efeito negativo de M. arvensis e positivo de T. vulgaris no desenvolvimento inicial de plântulas de alface.

  1. Plantas medicinais com ação antiparasitária: conhecimento tradicional na etnia Kantaruré, aldeia Baixa das Pedras, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.M. SANTOS-LIMA

    2016-01-01

    Full Text Available RESUMO O uso de espécies vegetais para curar doenças e sintomas remonta ao início da civilização. Em várias culturas produtos botânicos eram empregados para essa finalidade. No Brasil, sob influência das interações culturais entre índios, negros e portugueses, essa relação homem-natureza permitiu a disseminação da sabedoria herdada em relação ao uso e cultivo de diversas espécies vegetais. O presente trabalho objetivou realizar um levantamento das plantas medicinais indicadas pelos índios da etnia Kantaruré, aldeia Baixa das Pedras com ação antiparasitária. Para a coleta de dados foram realizadas entrevistas semiestruturadas com quatorze pessoas, pertencentes a uma população de 150 indígenas, selecionadas pela técnica da bola de neve, reconhecidas pela comunidade como maiores detentores do conhecimento sobre a realidade local e sobre plantas. Os resultados indicam que doze espécies são utilizadas na medicina tradicional local com ação antiparasitária, podendo destacar a caçatinga (Croton argyrophylloides Muell. Arg., mastruz (Chenopodium ambrosioides L., hortelã miúdo (Mentha piperita L. e babosa (Aloe vera (L. Burm f. como as mais indicadas. As plantas citadas pertencem à vegetação nativa, sendo que as espécies cultivadas são encontradas principalmente nos quintais, nas proximidades das residências e em locais de cultivo próprio. Os dados levantados nesta pesquisa evidenciam a importância terapêutica, cultural e histórica do uso de espécies botânicas na prevenção e cura de enfermidades. A aldeia estudada depende diretamente dos recursos vegetais para as suas práticas de cura. Os resultados dessa pesquisa podem servir como base para bioprospecção bem como para seleção de espécies da caatinga para estudos futuros visando o seu uso e manejo sustentável.

  2. Efeito do cultivo in vitro na presença de NaCl em plantas de abacaxizeiro na fase de aclimatação Effects of in vitro culture in the presence of NaCl in pineapple plants during the acclimatization phase

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo A. V. Barroso

    2003-12-01

    Full Text Available A cultura de tecidos tem sido utilizada como ferramenta para gerar e selecionar variabilidade genética que confira maior tolerância das espécies cultivadas à salinidade. Plantas de abacaxi das variedades Pérola e Smooth Cayenne foram micropropagadas em meio de cultura contendo zero, 12,5 e 25 mM de NaCl e avaliadas durante a fase de aclimatação quanto às alterações induzidas pelo NaCl durante o cultivo in vitro e para determinar o melhor parâmetro para quantificar estas alterações. Foram avaliados os caracteres altura das plantas, diâmetro da roseta foliar, número de folhas, comprimento e largura da folha ‘D’ aos 0, 15, 45, 75 e 105 dias após a instalação do experimento. Observou-se que as plantas micropropagadas em meio com NaCl e sem NaCl apresentaram médias e taxas de crescimento semelhantes, mas diferiram quanto às correlações entre os caracteres e às variâncias fenotípicas. Os resultados indicaram que a variância fenotípica foi o parâmetro mais adequado para avaliar o impacto da seleção in vitro sobre caracteres aparentemente não relacionados com a salinidade em plantas de abacaxi.Plant tissue culture has been used to induce and select genetic variability in order to increase the level of salinity tolerance in several species. Pineapple plants from Pérola and Smooth Cayenne varieties were micropropagated for six months in a medium with 0, 12.5 and 25 mM of NaCl and evaluated during the acclimatization phase to verify the changes induced by NaCl during in vitro cultivation and to determine the best parameter to quantify these changes. The traits evaluated for plant height, plant diameter, leaf number, length and width of the D leaf at 0, 15, 45, 75 and 105 days after the installation of the experiment. There was no effect of different levels of NaCl during the micropropagation on the traits and mean growing rates. Differences were found in the correlation coefficients between the characters and mainly, in

  3. Avaliação dos efeitos da irradiação na composição química e bioatividade de plantas usadas na indústria farmacêutica e/ou alimentar

    OpenAIRE

    Pereira, Eliana; Barros, Lillian; Antonio, Amilcar L.; Bento, Albino; Santos-Buelga, Celestino; Isabel C. F. R. Ferreira

    2016-01-01

    Algumas plantas são uma fonte natural de compostos bioativos, tais como polifenóis, vitaminas, carotenóides e ácidos gordos insaturados. Esta diversidade de biomoléculas permite a sua utilização em diversas áreas, especialmente como aditivos alimentares e ingredientes naturais para promoção da saúde. Estes fitoquímicos têm sido utilizados na industria farmacêutica, bem como na formulação de suplementos dietéticos, alimentos funcionais e nutracêuticos. No entanto, a utilização de matérias-prim...

  4. Efeito de densidade de plantas na produtividade de cultivares de pepino para processamento tipo "cornichon" Effect of plant density on yield of cornichon pickling cucumber cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Milanez de Resende

    2003-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade de cultivares de pepino para processamento, tipo "cornichon", semeadas em diferentes espaçamentos. O experimento foi desenvolvido em Petrolina, PE, no período de abril a julho de 1999. Foram estudadas as cultivares para processamento Calypso, Eureka, Prêmio, Vlaspik e Vlasset e os espaçamentos entre plantas de 0,20, 0,30 e 0,50 m, em sistema rasteiro. Os tratamentos foram arranjados no esquema fatorial 5x3, em delineamento de blocos ao acaso, com três repetições. A parcela experimental foi composta de quatro linhas de 3,0 m, com espaços entre elas de 1,0 m, duas plantas por cova, e área útil constituída pelas linhas centrais. O incremento do espaçamento entre plantas teve efeitos lineares negativos na produtividade das cultivares Vlaspik, Vlasset e Prêmio. As menores produtividades das cultivares Calypso e Eureka ocorreram sob espaçamento, respectivamente, de 0,50 e 0,46 m. Os maiores valores de massa de matéria fresca dos frutos foram observados nas cultivares Vlasset (6,94 g/fruto e Eureka (6,82 g/fruto que não apresentaram diferenças entre si. Observaram-se efeitos lineares positivos do aumento do espaçamento entre plantas no número de frutos por planta em todas as cultivares. As cultivares apresentaram uma variação de 12,18 a 15,10% de frutos tipo 3 (5,0 a 5,5 cm de comprimento, tendo as cultivares Vlaspik (15,10%, Eureka (14,50% e Calypso (13,60% apresentado as maiores proporções, sem diferirem entre si.The objective of this work was to evaluate the yield of cornichon pickling cucumber cultivars in different sowing spacings. The experiment was developed out in Petrolina, Pernambuco State, Brazil, from April to July, 1999. Five cultivars of pickling for processing (Calypso, Eureka, Prêmio, Vlaspik and Vlasset and three plant spacings (0.20, 0.30 and 0.50 m led in the low system were studied. The treatments were arranged in the 5x3 factorial scheme in experimental

  5. Efeito de adjuvantes na calda e do estádio de desenvolvimento das plantas, no controle do capim-colonião (Panicum maximum com glyphosate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. C. Durigan

    1992-01-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi estudar a possibilidade da redução de dosagens de glyphosate (N-(fosfonometil-glicina em função de aumentos na quantidade de óleo vegetal e uréia adicionados como adjuvantes à calda. Além disso, avaliou-se o efeito desse herbicida aplicado isolado ou combinado com os adjuvantes, em três estádios de crescimento do capim-colonião. Os experimentos foram instalados nas entrelinhas de pomares de citros, variedade Pera Rio, do município de Barretos/SP, com altas infestações de capim-colonião, no ano de 1990. Testou-se o glyphosate isolado, na dosagem de 1,8 kg/ha de equivalente ácido (e.a. e nas dosagens de 1,44, 1,08 e 0,72 kg/ha, adicionadas de 1,0, 2,0 e 3,0 l/ha de óleo vegetal e utilizou-se uma testemunha, tratada apenas com água. As plantas de capim-colonião mediam 1,5 m de altura. Em outro experimento, o herbicida foi testado isoladamente na dosagem de 1,08 kg e.a./ha, e combinado com 2 l/ha de óleo vegetal ou 0,3% de uréia, sob os três estádios de crescimento do capim-colonião: a 0,6m de altura e início do florescimento e frutificação; b 1,5m de altura, florescimento e frutificação plenos; c 0,5m de altura, na forma de rebrota da “touceira” após roçada da planta adulta, início de florescimento e frutificação. A adição de 2 l/ha de óleo vegetal na calda de pulverização, permitiu redução de 0,72 kg/ha do e.a. do glyphosate, sem prejuízos para o controle em relação a aplicação isolada na dosagem de 1,80 kg/ha. Nas mesmas condições, a adição de 0,2% de uréia proporcionou redução de 0,36 kg/ha do e.a. do herbicida. O controle sempre foi menor quando as plantas estavam mais velhas, o que pode ser resolvido com a aplicação dos produtos sobre a rebrota de tais plantas, após a roçada. A aplicação do herbicida, isolado ou com aditivos, no início do florescimento e frutificação das plantas, quer seja no seu desenvolvimento inicial ou após a brota

  6. Germinação de sementes de Leonotis nepetaefolia, em função do estádio de maturação e da posição do glomérulo na planta Germination of Leonotis nepetaefolia seeds as a function of maturity stadium and globe position in the plant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Tomaz

    2004-09-01

    Full Text Available Leonotis nepetaefolia é uma espécie daninha comum em cultivos de milho no sistema de plantio direto, com intensa produção de sementes na entressafra. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a germinação das sementes desta espécie provenientes de glomérulos coletados em diferentes estádios de maturação e posição na planta, bem como a sua qualidade depois de 15 meses de armazenamento. Foram realizados três ensaios em laboratório, avaliando-se a germinação e o índice de velocidade de emergência. O primeiro e o segundo ensaio foram realizados logo após a coleta das sementes, e o terceiro, 15 meses depois. O tratamento para superação da dormência foi testado apenas no primeiro ensaio. Quando as sementes foram avaliadas logo após a coleta, maior germinação foi obtida com sementes de glomérulos secos na posição lateral. Decorridos 15 meses da coleta das sementes, os glomérulos nas posições apical e lateral apresentaram maiores percentuais de germinação, não ocorrendo diferenças entre os estádios de maturação. Com o armazenamento, houve aumento do potencial germinativo das sementes. A metodologia utilizada na superação de dormência de Leonurus cardiaca - submetendo as sementes ao pré-resfriamento à temperatura na faixa de 7 a 10 ºC, durante sete dias, na ausência de luz não foi adequada para a espécie em questão.Leonotis nepetaefolia is a common weed in no-tillage corn crop systems, yielding a great number of seeds during winter. The present work aimed to evaluate the germination of this species'seeds originated from glomerules obtained at different maturity stages and positions in the plant, as well as their quality after 15 month - storage.Three assays were conducted in the laboratory, to evaluate germination rate and germination speed index; the first and the second experiments were carried out immediately after seed harvest, and the third one, 15 months later. The dormancy breakup treatment was

  7. Plasmodesmos: transporte simplástico de herbicidas na planta Plasmodesmata: symplastic transport of herbicides within the plant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Concenço

    2007-01-01

    Full Text Available Plasmodesmos são canais responsáveis pela conexão citoplasmática entre células vizinhas, possibilitando a troca de moléculas de informação, funcionais, estruturais ou ainda de xenobióticos entre as células pertencentes a um mesmo grupo. Células pertencentes ao mesmo conjunto (domínio constituem-se numa unidade funcional, e substâncias podem se mover entre estas células com velocidade muito superior à observada no transporte através de membranas. Os plasmodesmos podem atuar ainda no transporte a longa distância, tanto pela associação com o floema como pelo intercâmbio entre domínios simplásticos. Quando a planta se encontra sob estresse e as taxas de transporte via xilema e floema são mais reduzidas, os plasmodesmos podem ser mais efetivos no transporte a longa distância, das moléculas de herbicidas sistêmicos. Falta ainda esclarecer se existe afinidade entre moléculas de determinados herbicidas com as proteínas da superfície interna dos plasmodesmos, o que poderia facilitar o transporte desses herbicidas pela manipulação do Tamanho Limite de Exclusão do plasmodesmo, independentemente do tamanho da molécula, bem como determinar se a semelhança com algum composto natural da planta promove maior taxa de transporte simplástico. Pouca importância tem sido dada à participação dos plasmodesmos no transporte de herbicidas sistêmicos. No entanto, o avanço dos trabalhos com produtos marcados e a intensificação das pesquisas em fisiologia vegetal para melhor entendimento dos processos referentes à absorção, translocação, conjugação e/ou degradação de herbicidas podem esclarecer muitos aspectos ainda não definidos do transporte de herbicidas via xilema e floema e sua associação com o apoplasto e domínios simplásticos.Plasmodesmata are plasma channels connecting neighboring cells and allowing the exchange of informational, functional and structural molecules and xenobiotics among cells of the same

  8. Ciclagem de nutrientes por plantas de cobertura na entressafra em um solo de cerrado Nutrient cycling in off-season cover crops on a Brazilian savanna soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlo Adriano Boer

    2007-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o acúmulo e a liberação de nutrientes (N, P, K, Ca, Mg e S de resíduos culturais de plantas de cobertura na entressafra, em condições de Cerrado. O experimento foi conduzido em um Latossolo Vermelho distroférrico com textura argilosa. As plantas de cobertura avaliadas foram: amaranto (Amaranthus cruentus L., milheto (Pennisetum glaucum L. e capim-pé-de-galinha (Eleusine coracana (L. Gaertn.. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, no esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. Na fase de florescimento das espécies, foi avaliada a produção de matéria seca e o acúmulo de nutrientes. A fim de avaliar a liberação de nutrientes dos resíduos culturais, o material vegetal de cada espécie foi acondicionado em sacolas de náilon, as quais foram dispostas sobre o solo e seu conteúdo analisado em intervalos de 30 dias, até 240 dias após sua instalação. As maiores quantidades de nutrientes acumulados na fitomassa das plantas de cobertura foram observadas no milheto e no capim-pé-de-galinha. O potássio foi o nutriente acumulado em maior quantidade, chegando a atingir 416,9 kg ha-1 no milheto. As maiores taxas de liberação de nutrientes foram observadas nos resíduos culturais do amaranto.The objective of this work was to evaluate the accumulation and the liberation of nutrients (N, P, K, Ca, Mg and S of cultural residues by three species of cover crops, in off-season. Tested cover crops were amaranthus (Amaranthus cruentus L., pearl millet (Pennisetum glaucum L. and finger millet (Eleusine coracana (L. Gaertn.. The experiment was carried out in a Typic Haplorthox clay texture soil. A randomized block desing in a split-plot array in time, with four replications, was used. At the flowering of the species, the production of dry matter and the accumulation of nutrients were evaluated. Proportional samples of dry matter of each cover crop species were placed in

  9. Fisiologia do amadurecimento na planta do tomate 'Santa Clara' e do mutante 'Firme' Physiology of vine-ripened tomato 'Santa Clara' and its mutant 'Firme'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Lima Moura

    2005-03-01

    Full Text Available O mutante natural de tomate 'Firme' da cv. Santa Clara tem frutos com coloração "amarelo-creme" quando imaturos, firmes e com amadurecimento lento. Estudou-se as alterações fisiológicas que ocorrem durante o processo de amadurecimento na planta de frutos de tomate da cv. Santa Clara e do mutante 'Firme'. Os frutos normais e mutantes foram colhidos em 6 diferentes estádios de maturidade, e em cada um deles foram avaliados a produção de etileno e CO2, os teores de açúcares solúveis totais do pericarpo e do tecido locular, e as atividades das enzimas oxidase do ACC e poligalacturonase. Os frutos mutantes apresentaram menores taxas respiratórias e de produção de etileno em todos os estádios de maturidade. A atividade da oxidase do ACC apresentou padrão de comportamento distinto durante o amadurecimento na planta dos frutos mutantes e normais, porém com semelhante atividade final. Os frutos mutantes apresentaram atraso no aumento da atividade da enzima poligalacturonase em relação aos frutos normais nas fases iniciais do amadurecimento. Frutos normais acumularam açúcares solúveis totais durante seu amadurecimento na planta, enquanto que nos frutos mutantes os teores foram inferiores nos estádios mais avançados do amadurecimento quando comparados com aqueles no início do climatério. O pericarpo dos frutos mutantes nos estádios mais avançados do amadurecimento teve teores de açúcares total inferiores.The natural tomato mutant 'Firme' from cv. Santa Clara presents a yellow-pale appearance when immature, firm texture and slow ripening. Some of the physiological changes throughout ripening of cv. Santa Clara and the natural mutant 'Firme' were evaluated on the vine. Fruit ethylene and CO2 production, locular and outer pericarp total soluble sugars content, ACC oxidase and poligalacturonase activities were evaluated in both genotypes at six maturity stages. Mutant fruits presented lower ethylene and CO2 production at all

  10. Silício e cloreto de sódio na nutrição mineral e produção de matéria seca de plantas de moringa (Moringa oleifera Lam.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. R. P. Miranda

    2002-12-01

    Full Text Available Realizou-se um experimento em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras, para avaliar o efeito do silício na nutrição mineral e na produção de matéria seca de plantas de moringa submetidas ao estresse salino. Utilizaram-se o esquema fatorial e o delineamento de blocos casualizados, com três repetições, e uma planta por vaso de 3 L de capacidade, em que o primeiro fator referiu-se às doses de NaCl (0, 30, 60, 90 e 120 mol m-3 e o segundo às doses de SiO2 (0, 0,5, 1,0 e 1,5 mol m-3, em solução de Hoagland & Arnon (1950 a 50 % da concentração normal. As soluções foram renovadas em intervalos de 10 dias e, aos 35 dias, após a aplicação dos tratamentos, as plantas foram colhidas, separadas em folhas, caule e raízes, secas, para determinação da produção de matéria seca, e moídas, para determinação dos teores de N, P, K, Ca, Mg, S, Na, Cl e Si. A partir dos teores, determinaram-se as relações Na/K, Na/Ca e Na/Mg e a translocação dos nutrientes para a parte aérea. Observou-se que a adição do Si elevou os teores de K e de Ca nas folhas e reduziu os de Na e as relações Na/K, Na/Ca e Na/Mg. O Si não reduziu os efeitos depressivos do NaCl na produção de matéria seca das plantas de moringa.

  11. Eugeniamyia dispar em pitangueira: parasitoides associados, dinâmica populacional e distribuição de galhas na planta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Neutzling Bierhals

    2012-03-01

    Full Text Available A pitangueira Eugenia uniflora L. (Myrtaceae é uma frutífera nativa da América do Sul, podendo ser encontrada em quase todo o território brasileiro, bem como no Paraguai, no Uruguai e na Argentina. Nas folhas dessa planta, são encontradas galhas induzidas por Eugeniamyia dispar (Diptera: Cecidomyiidae. O objetivo deste trabalho foi determinar os parasitoides associados a E. dispar, a dinâmica populacional de E. dispar e dos parasitoides e a distribuição de galhas na planta. Ramos e folhas foram coletados quinzenalmente, durante as safras agrícolas de 2007/2008 e 2008/2009, em pomares de pitangueira localizados no município de Pelotas-RS, e transportados para o laboratório para a contagem do número de galhas. Do material coletado, foram individualizadas dez folhas em recipientes plásticos (200 mL contendo 30 mL de uma solução à base de ágar-água (2% e metilpara-hidroxibenzoato (nipagin (0,2%. Os recipientes foram fechados e mantidos sob condições controladas de temperatura (24±2ºC, umidade relativa (70±10% e fotofase (14h, sendo registrado, diariamente, o número de insetos emergidos. Obteve-se uma espécie de Hymenoptera, Rileya hegeli (Eurytomidae, como parasitoide de E. dispar. Quanto à dinâmica populacional de E. dispar e de R. hegeli, foi observado, nos dois anos de avaliação, que a população de ambos aumentou a partir de outubro, atingindo as maiores populações nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, decrescendo posteriormente. O número de galhas por folha variou de zero a 23, sendo que 61,19% das folhas apresentavam de uma a oito galhas e que o número de folhas com galhas por ramo variou de uma a nove, sendo que 63,00% dos ramos apresentaram de uma a três folhas infestadas.

  12. Uso de cobertura morta vegetal no controle da umidade e temperatura do solo, na incidência de plantas invasoras e na produção da cenoura em cultivo de verão Efficiency of mulching on soil moisture and temperature, weed control and yield of carrot in summer season

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Vilela Resende

    2005-02-01

    Full Text Available Avaliaram-se os efeitos de diferentes tipos de cobertura morta de solo de origem vegetal sobre o crescimento, controle de plantas daninhas, produtividade e regime hidrotérmico do solo no cultivo da cenoura, cultivar Brasília, em um experimento conduzido no período de setembro a dezembro de 1998, em Marília, SP. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com cinco tratamentos e quatro repetições em parcelas de 2 m². Estudou-se os seguintes tipos de cobertura: serragem de madeira, casca de arroz, maravalha (raspa de madeira, capim seco (Cynodon spp. e controle (solo sem cobertura morta. A utilização da cobertura morta de solo mostrou-se como uma prática vantajosa para o cultivo de verão da cenoura, reduziu a temperatura em até 3,5ºC, aumentou a retenção de umidade do solo em até 2,3% em relação ao controle e melhorou o desenvolvimento das plantas de cenoura. Houve menor incidência de plantas daninhas com o uso de maravalha e capim seco que, juntamente com a serragem também aumentaram o número de plantas colhidas. Entre os tipos de cobertura morta utilizados, a casca de arroz e a maravalha se destacaram em relação ao solo descoberto como os materiais que proporcionaram maior produtividade (112,6 e 99,6 t/ha respectivamente. O uso de cobertura morta de solo mostrou-se vantajoso em vários aspectos para cultura da cenoura, sendo técnica e economicamente viável, principalmente, em pequenas áreas e em cultivos orgânicos.The effects of different mulches were evalueted on carrot culture, cultivar Brasilia, in a experiment carried out at Marilia, São Paulo State, Brazil, from september to december/1998. The experimental design was a randomized block with four replications and size plots of 2 m². Wood dust, wood chips, dry grass (Cynodon spp., rice straw and control (soil without cover were tested and their effects on the soil hidrothermal regime, weed control, growth and yield of carrot were determined

  13. Concentração da solução nutritiva no crescimento da planta, na produtividade e na qualidade de frutas do morangueiro Nutrient solution concentration on plant growth, fruit yield and quality of strawberry crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jerônimo Luiz Andriolo

    2009-06-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi determinar o efeito da concentração da solução nutritiva no crescimento da planta, na produtividade e na qualidade das frutas do morangueiro cultivado em sistema fechado de cultivo sem solo. Os tratamentos consistiram de cinco soluções nutritivas com condutividades elétricas (CE de 0,9; 1,8; 2,5; 3,2 e 3,8dS m-1 no delineamento experimental inteiramente casualizado, com três repetições. Foram determinados os seguintes parâmetros: a produtividade e a qualidade das frutas durante o período de produção e o crescimento da parte aérea e das raízes ao final do experimento. A produtividade, o tamanho das frutas e o crescimento da planta diminuíram com o aumento da concentração da solução nutritiva, enquanto a acidez titulável e o teor de sólidos solúveis totais aumentaram. A solução nutritiva com CE de 0,9dS m-1 reduz o crescimento da planta e maximiza a produtividade de frutas no cultivo sem solo do morangueiro, em sistema fechado.The objective of the research was to determine the effect of nutrient solution concentration on plant growth, fruit yield and quality of the strawberry crop grown in a closed hydroponic growing system. Treatments were five nutrient solutions at electrical conductivities (EC of 0.9; 1.8; 2.5; 3.2 and 3.8dS m-1, in a randomised experimental design with three replications. Fruit yield and quality during the harvest period and shoot and root growth at the end of the experiment were determined. Fruit yield, fruit size and plant growth were reduced by increasing nutrient solution concentration, whereas titratable acidity and total soluble solids were increased. The EC of 0.9dS m-1 reduces plant growth and maximizes fruit yield of the strawberry crop in the closed soilless growing system.

  14. Diversidade e equitabilidade de Plantas Alimentícias Não Convencionais na zona rural de Viçosa, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.F. BARREIRA

    2015-01-01

    Full Text Available RESUMO O presente estudo analisou a diversidade e equitabilidade de plantas alimentícias não convencionais (PANCs na zona rural de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. A pesquisa foi conduzida utilizando a amostragem Bola de Neve com entrevistas semiestruturadas aplicadas à 20 moradores de nove comunidades rurais. Avaliou-se a frequência relativa de citação das espécies (Fr; a diversidade e equitabilidade das mesmas, utilizando os índices de Shannon-Wiener (H’ e de Pielou (J’, respectivamente. As espécies foram listadas pela família, nome científico, nomes populares, ambiente de propagação, hábito de crescimento, formas de consumo, estado de domesticação, ciclo de produção e registro por meio de consultas em herbários do bioma Mata Atlântica. Foram encontradas 59 espécies de PANCs, distribuídas em 30 famílias botânicas e 48 gêneros. As famílias asteraceae e myrtaceae se destacaram pela riqueza florística, contribuindo com 11 e 7 espécies, respectivamente. Espécies da família asteraceae obtiveram as maiores frequências relativas (32,2. Obteve-se índice de diversidade Shannon-Wiener de 1,65 (Base 10, e de equitabilidade de Pielou de 0,93. Os resultados encontrados estão similares à de outros estudos desenvolvidos no bioma Mata Atlântica, observou-se ampla diversidade de PANCs na área de estudo, e o conhecimento sobre estas encontra-se distribuído uniformemente entre os moradores.

  15. Jardim com Plantas Medicinais

    OpenAIRE

    Lima, Igor Grecco de; Centro Universitário de Maringá – CESUMAR; Barroca, Bruna Barbosa; Centro Universitário de Maringá – CESUMAR; Miranda, Antonio Claret Pereira de; Centro Universitário de Maringá – CESUMAR; D´Oliveira, Pérsio Sandir; Centro Universitário de Maringá – CESUMAR

    2010-01-01

    Este trabalho foi executado para avaliar o uso de plantas medicinais na formação de jardins. Foram empregadas oito espécies, escolhidas pelo aroma, beleza, porte, rusticidade e velocidade de crescimento: babosa (Aloe vera L.), bálsamo (Cotyledon orbiculata L.), capuchinha (Tropaeolum majus L.), hortelã (Mentha piperita L.), losna (Arthemisia absinthium L.), manjericão (Ocimum basilicum L.), mil-folhas (Achillea millefolium L.) e orégano (Origanum vulgare L.). O experimento foi conduzido em co...

  16. Plantas infestantes em lavouras de milho safrinha, sob diferentes manejos, no Médio Paranapanema Weed in second corn crops submitted to different systems in the Médio Paranapanema Region

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.P. Duarte

    2007-01-01

    Full Text Available Um levantamento de plantas daninhas foi realizado em 20 lavouras de milho safrinha em 1997 e 40 em 1998 e 1999, depois da soja, na região do Médio Paranapanema-SP. O levantamento abrangeu os municípios de Assis, Campos Novos, Cândido Mota, Cruzália, Florínea, Maracaí, Palmital, Pedrinhas Paulista e Platina. No estádio de enchimento de grãos, as lavouras foram percorridas em ziguezague, a partir de quatro pontos de entrada, de maneira a representar a área total. As lavouras foram subdivididas de acordo com as condições de manejo das culturas: semeadura direta, semeadura convencional em solo preparado com grade e semeadura de milho safrinha na palha de soja cultivada no sistema convencional. Em cada lavoura foram cadastrados o nível de infestação e as espécies daninhas. Foram coletadas informações quanto ao manejo das plantas daninhas adotado nas lavouras, assim como sobre os herbicidas empregados. As espécies de plantas daninhas mais importantes foram Cenchrus echinatus, Bidens pilosa, Euphorbia heterophylla, Raphanus sativus, Digitaria horizontalis, Commelina benghalensis, Amaranthus sp., Achyrocline satureioides, Sinapis arvensis, Sida sp., Glycine max, Avena strigosa, Eleusina indica e Sorghum halepense. Houve acentuado aumento na infestação da espécie C. echinatus nas lavouras, a qual passou a constituir-se na principal espécie infestante. R. sativus também se tornou importante e apresentou grande incremento de 1997 a 1999. Na semeadura convencional houve predomínio de alta infestação, evidenciando desempenho inferior desse sistema em relação aos demais no controle de plantas daninhas. O controle químico mais utilizado foi a mistura atrazine + óleo vegetal + 2,4-D, seguido por atrazine + óleo e atrazine isolado. De modo geral, não se efetuou o controle das plantas daninhas em 22% das lavouras, as quais apresentaram as maiores porcentagens de infestação. O nível de infestação em função do tipo de

  17. Uso regular de plantas medicinais para fins terapêuticos em famílias residentes na zona rural de Santo Antônio de Jesus – Bahia – Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raíssa Silva Santos

    2017-10-01

    Full Text Available Introdução: O uso de plantas medicinais é uma prática comum de cuidado primário nas populações em geral. Foi introduzido no Brasil, por influência das culturas indígena, africana e europeia e caracteriza-se por ser oriundo do conhecimento e da tradição popular. Objetivos: Sendo o Recôncavo da Bahia uma região de forte influência africana, o objetivo deste estudo foi investigar o uso das principais plantas medicinais e identificar seu uso pela população de um de seus municípios, valorizando o acervo cultural e o saber popular de seus moradores quanto aos benefícios que essas plantas trazem para a população. Metodologia: Para a obtenção dos dados, foi aplicado um questionário sociodemográfico, contendo questões sobre o uso de plantas para fins medicinais em chás ou xaropes com 154 entrevistados. Resultados: Desse universo de pessoas, 74,71% tinham o costume de usar remédios caseiros e 60,0% eram do gênero feminino. Os vegetais mais citados para fins medicinais foram: Lippia alba (n=71, Cymbopogon citratus (n=31, Pimpinella anisum (n=30, Peumus boldus (n=14, Plantago major e Ocimum basilicum (n=13 cada; sendo utilizados principalmente como calmante, dores em geral e contra gases. Quanto ao local de obtenção dos vegetais, os entrevistados cultivavam a planta (94,6%, pegavam do cultivo de amigos e vizinhos (1,8%, compravam na feira livre (1,8%, compravam em farmácia ou adquiriam de outros lugares (0,9%. Conclusões: Os dados evidenciam a relevância da prática do uso de plantas para manutenção da saúde dos moradores do município pesquisado, sendo parte integrante de seu contexto sociocultural. As diferentes finalidades do uso de plantas para fins medicinais mostram que mais estudos são necessários para avaliar as propriedades dessas plantas e seus efeitos no organismo humano.

  18. Genetic variability among Commelina weed species from the states of Paraná and São Paulo, Brazil Variabilidade genética entre espécies de plantas daninhas do gênero Commelina provenientes dos estados do Paraná e São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.C. Rocha

    2009-01-01

    . Os resultados mostraram que há variabilidade genética inter e intraespecífica nas plantas do gênero Commelina. A análise da diversidade genética entre as espécies indicou quatro agrupamentos monoespecíficos, e isso sugere manter C. villosa como uma espécie. Considerando a variabilidade genética intraespecífica somente de C. benghalensis, apesar das 13 populações provenientes de dois Estados geográficos, três grupos foram identificados. Entretanto, esses agrupamentos não correspondem às características morfológicas distintas observadas.

  19. Estoques de carbono no solo e na biomassa em plantações de eucalipto Carbon storage in the soil and in the biomass of eucalypt plantations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcides Gatto

    2010-08-01

    Full Text Available O eucalipto é a principal espécie florestal plantada no Brasil. Todavia, são escassas informações acerca do C estocado no solo e na biomassa desses plantios. Este trabalho teve como objetivos avaliar o estoque de C no solo (ECS em plantações de eucalipto e determinar quais características edafoclimáticas determinam esse estoque. O estudo foi conduzido em eucalipto cultivado na região centro-leste do Estado de Minas Gerais, abrangendo cinco regiões: Cocais (CO, Rio Doce (RD, Sabinópolis (SA, Santa Bárbara (SB e Virginópolis (VI. Foi calculado o estoque de C no solo até 100 cm de profundidade em plantações de eucalipto em áreas com predomínio de seis classes de solo: Cambissolo Háplico (CX, Latossolo Amarelo (LA, Latossolo Vermelho (LV, Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, Neossolo Flúvico (RU e Plintossolo Pétrico (FF. Os estoques de C no solo variaram entre regiões e classes de solo. O maior ECS ocorreu no LV, com 183,07 t ha-1 de C, seguido pelas classes de CX, LVA, LA, FF e RU, com 135,65, 130,95, 121,58, 112,01 e 95,08 t ha-1 de C, respectivamente. Em relação ao estoque médio de C no solo por região, considerando todas as classes de solo, o maior ECS foi de 141,22 t ha-1; determinado na região de VI, na profundidade até 100 cm de profundidade, seguida pelas regiões SA, CO, SB e RD, com 135,54, 127,26, 112,89 e 80,79 t ha-1 de C, respectivamente. Ao se considerar o estoque de C total no sistema solo-planta, aos 84 meses de idade, a região de SA foi a que apresentou maior estoque, com 251,61 t ha-1; e a região de RD, o menor estoque, com 186,84 t ha-1 de C. O ECS pode ser estimado por equações compostas por características edofoclimáticas, sendo a variação em ECS explicada por características como teor de argila e de Al3+; pela altitude e pelo déficit hídrico da região.Eucalypt is the main commercial forest species in Brazil, but very little information is available in the literature on the amount of carbon

  20. Absorção, translocação e metabolismo do glyphosate por plantas tolerantes e suscetíveis a este herbicida Absorption, translocation and metabolism of glyphosate by plants tolerant and susceptible to this herbicide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2004-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar a absorção foliar, a translocação e o metabolismo do 14C-glyphosate pelas plantas daninhas Commelina benghalensis, Ipomoea grandifolia e Amaranthus hybridus. O glyphosate foi aplicado através de quatro gotas de 0,5 µL de uma solução contendo o produto comercial, na dose de campo de 720 g e.a. ha-1 em mistura com 14C-glyphosate, na face adaxial da segunda folha verdadeira das plantas estudadas. As avaliações foram feitas a 2, 4, 8, 12, 24, 48 e 72 horas após o tratamento com o herbicida (HAT para os estudos de absorção e translocação e 72 HAT para os estudos de metabolismo. Os resultados de absorção e translocação demonstraram que mais de 90% do glyphosate aplicado foi absorvido por A. hybridus até 72 HAT. A maior parte do herbicida permaneceu na folha tratada, com uma taxa de translocação em torno de 25% do glyphosate aplicado. Em I. grandifolia, 80% do herbicida foi absorvido até 72 HAT, porém houve menor translocação-somente 2,2; 3,5; e 4,6% de 14C glyphosate absorvido estava presente na parte aérea, no caule e na raiz. C. benghalensis apresentou uma taxa de absorção de 66% até 72 HAT, sendo, portanto, a penetração diferencial do herbicida glyphosate um provável mecanismo de tolerância desta planta daninha. Nessa avaliação, 39% do glyphosate estava presente na folha tratada e 15,2 e 11,6% na parte aérea e raiz, respectivamente. Nos estudos de metabolismo foi detectado o metabólito ácido aminometilfosfônico (AMPA apenas em C. benghalensis, sendo, portanto, o metabolismo diferencial um possível mecanismo de tolerância desta planta daninha. Os resultados obtidos nesta pesquisa permitem concluir que os mecanismos de tolerância de C. benghalensis ao glyphosate são a absorção diferencial e o metabolismo do herbicida pela planta daninha. Em I. grandifolia a tolerância ocorre devido a uma menor translocação do herbicida, não havendo evidências de metabolismo

  1. Fertilizantes e espaçamento entre plantas na produtividade da couve-da-Malásia Fertilizers and spacing between plants in the yield of Malaysian cabbage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wanessa Resende Ferreira

    2002-12-01

    Full Text Available As brássicas têm sido objeto constante de pesquisa devido à sua importância na alimentação humana, seja pela quantidade consumida, pelo alto valor nutricional ou por sua elevada produtividade. Brassica chinensis var. parachinensis foi introduzida no Brasil, Uberlândia, em 1992, destacando-se em relação a outras brássicas por seu alto teor de vitaminas A e C, cálcio e ferro, estando pronta para consumo em aproximadamente 30 dias. A produtividade biológica e agronômica dessa variedade foi analisada utilizando-se três tipos de fertilizantes e três espaçamentos entre plantas, visando subsidiar sua produção em escala comercial. A área foliar, massa da matéria seca e taxa de crescimento absoluto foram significativamente maiores com adubação mineral em relação à adubação orgânica. Os maiores valores referentes à taxa de crescimento relativo e taxa assimilatória líquida foram registrados em plantas mantidas nos maiores espaçamentos (30x20 e 30x30 cm. A maior produtividade agronômica foi alcançada no menor espaçamento (30x10 cm, com adubação mineral, sendo registrados 21,5 t ha-1, valor muito próximo ao registrado na Malásia e China onde essa hortaliça é cultivada em larga escala.Brassica crops have been widely studied due to their importance as food for human consumption, especially in relation to their nutritional value. Both yield and consumption are high. Brassica chinensis var. parachinensis was introduced in Brazil, in Uberlândia, in 1992, surpassing other Brassica due to its high content of vitamins A and C, calcium and iron, and being ready for consumption in about 30 days. The biological and agronomic yield of this variety was analyzed under three kinds of fertilizers and three spacings between plants with a view to its production on a commercial scale. The leaf area, dry matter mass, and absolute growth rate were higher with mineral than organic fertilizer. High values for relative growth rate and net

  2. Interferência de Raphanus sativus na produtividade de cultivares de soja Interference of Raphanus sativus in soybean cultivars' yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A Bianchi

    2011-12-01

    Full Text Available A forte dependência de herbicidas para o controle de plantas daninhas em soja tem como consequência a seleção de espécies daninhas tolerantes e resistentes. O manejo integrado considera, além do uso de herbicidas, técnicas como a habilidade competitiva do cultivar para controlar plantas daninhas. Com os objetivos de avaliar a resposta de cultivares à competição com nabo (Raphanus sativus e identificar aqueles portadores de habilidade competitiva superior, foi conduzido experimento em campo, em Cruz Alta-RS, na safra 2000/01. Testaram-se duas condições de competição (ausência ou presença de nabo forrageiro durante a fase de desenvolvimento vegetativo da soja, combinadas com 11 cultivares da cultura. O efeito da competição com nabo é variável entre os cultivares, caracterizando variabilidade genética que permite selecionar genótipos portadores de habilidade competitiva superior. A competição com nabo reduz a estatura de planta, o comprimento médio dos ramos e a produtividade de grãos de soja. Entre os genótipos de soja utilizados, o cultivar MSoy 6101 destaca-se quanto à habilidade competitiva pela maior produtividade potencial de grãos na ausência de competição e pela capacidade de mantê-la diante da competição com nabo.The strong dependence on herbicides for weed control in soybean has led to the selection of tolerant and/or resistant weed plants. Besides the use of herbicides, integrated management includes techniques such as cultivar competitive ability to control weed plants. This work aimed to evaluate cultivar response to competition with forage turnip (Raphanus sativus and to identify carriers of superior competitive ability. The experiment was carried out under field conditions in Cruz Alta-RS, during the 2000/01 season. Two competition conditions (absence and presence of forage turnip during the soybean vegetative growth stage were tested in combination with 11 soybean cultivars. The effect of forage

  3. Plantas utilizadas na medicina popular brasileira com potencial atividade antifúngica Plants with potencial antifungal activity employed in Brazilian folk medicine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Fenner

    2006-09-01

    Full Text Available Neste trabalho foi realizado um levantamento bibliográfico etnobotânico sobre plantas utilizadas pela população brasileira no tratamento de sinais e sintomas relacionados às infecções fúngicas. Foram citadas 409 espécies, distribuídas em 98 famílias, com maior concentração em Fabaceae e Asteraceae. Para as dez espécies mais citadas, foi realizada uma busca relativa a estudos de atividade antifúngica na base de dados MEDLINE-PubMed. Somente foram encontrados estudos para Phytolacca americana L., Rosmarinus officinalis L., Mirabilis jalapa L., Schinus molle L. Entre as dez espécies mais utilizadas, seis correspondem a espécies nativas: Anacardium occidentale L., Cecropia peltata L., Schinus molle L., Schinus terebinthinfolius Raddi, Stryphnodendron adstringens (Mart. Coville e Tabebuia heptaphylla (Vell. Toledo.The aim of this work was to draw up a list of plants used by Brazilian population for the treatment of signs and symptoms related to fungal infections and to verify the existence of scientific data related to the antifungal activity in the databasis MEDLINE-PubMed. Four hundread and nine species were listed, which are distributed in ninety eight families, mainly Fabaceae and Asteraceae. Among the more frequently mentioned species (10, only four were evaluated regarding to the antifungal activity: Phytolacca americana L., Rosmarinus