WorldWideScience

Sample records for parto transvaginal em

  1. Fatores prognósticos para o parto transvaginal em pacientes com cesárea anterior Prognostic factors for vaginal delivery after cesarian section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santos

    1998-07-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi determinar os fatores prognósticos para a ultimação do parto por via transpélvica em gestantes com cesárea anterior admitidas em trabalho de parto no CAM-IMIP. Foi realizado um estudo tipo caso-controle, analisando os partos de pacientes com cesárea prévia assistidos no CAM-IMIP no período de janeiro/1991 a dezembro/1994. Foram considerados casos as pacientes com cesárea anterior (n=156 e controles as que tiveram parto transvaginal (n=338. Os critérios de inclusão foram: idade gestacional > 36 semanas, cesárea anterior há pelo menos 1 ano, concepto vivo, trabalho de parto espontâneo e apresentação cefálica fletida. Foram excluídas as gestações de alto risco, os casos de sofrimento fetal anteparto e pacientes com história de parto transpélvico anterior depois da cesárea. A análise estatística foi realizada em Epi-Info 6.0 e Epi-Soft, utilizando-se os testes chi² de associação, teste exato de Fisher e "t" de Student, bem como a odds ratio e seu intervalo de confiança a 95%. Análise de regressão logística múltipla foi efetuada para controle das variáveis confundidoras. O percentual de cesáreas no grupo estudado foi de 31,6%. Os fatores maternos que apresentaram associação significativa com o parto transvaginal foram a idade materna 35 anos (OR = 0,54, IC a 95% = 0,36-0,82, a história de parto vaginal anterior (OR = 1,6, IC a 95% = 1,01-2,55 e a indicação da cesárea anterior por doenças da gestação (OR = 3,67, IC a 95% = 1,19-12,02. Fatores como intervalo entre a cesárea anterior e o parto atual, outras indicações de cesárea e o tipo de histerorrafia não apresentaram associação significativa com o parto transpélvico. No modelo de regressão logística múltipla, persistiram como variáveis associadas significativamente ao parto vaginal a idade materna e a história de parto vaginal anterior. Os autores concluíram que sendo a idade materna Objectives: to determine

  2. Ultra-sonografia transvaginal do colo para a predição do parto pré-termo em pacientes sintomáticas com bolsa íntegra Transvaginal ultrasound of the cervix for predicting premature delivery in symptomatic patients with intact membranes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Teresa Moreira Rios

    2006-11-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a utilidade do comprimento cervical ultra-sonográfico para a predição do parto em gestantes com contrações uterinas persistentes e bolsa íntegra. MÉTODOS: realizou-se estudo observacional, prospectivo, do tipo coorte no qual foram incluídas 45 gestantes internadas em nossa instituição entre a 22ª e a 34ª semana. Ultra-sonografia transvaginal do colo foi realizada uma única vez, após completado um ciclo de tocólise endovenosa, com aferição do comprimento, conforme critérios descritos previamente. Os achados ultra-sonográficos não foram utilizados para o diagnóstico ou conduta obstétrica. O desfecho estudado foi a ocorrência de parto pré-termo (PURPOSE: to assess the role of ultrasonographic cervical length in predicting premature labor in patients presenting persistent uterine contractions and intact membranes. METHODS: a prospective observational cohort study was performed in 45 women admitted to our hospital between 22 and 34 weeks of gestation. Transvaginal sonographic evaluation of the cervix was performed once in the women who had completed a course of parenteral tocolysis. The cervical length was obtained according to criteria reported previously. Cervical sonographic findings were not used in diagnosis and management. Outcome variable was the occurrence of preterm delivery (<37 weeks. Statistical analysis consisted of univariate method with the purpose of determining the significant contribution of cervical length to the prediction of preterm delivery. The adopted significance level was 5% (p<0,05 and the confidence interval was 95% (95% CI. RESULTS: the incidence of preterm delivery was 51.11% (23/45. Cervical length was significantly associated with the outcome (p<0.0001. Receiver operating characteristic curve analysis showed that a cervical length of 20 mm was the best cutoff in predicting preterm delivery (sensitivity 86.9%; specificity 81.8%; positive predictive value 83.3%; negative

  3. Prevenção do parto prematuro: emprego do toque vaginal e da ultra-sononografia transvaginal Prevention of preterm birth: use of digital examination and transvaginal ultrasonography

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete Ayako Yamasaki

    1998-07-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar o colo uterino por meio do toque vaginal e da ultra-sonografia transvaginal em gestantes de risco elevado para o parto prematuro. Métodos: durante o período compreendido entre fevereiro de 1995 e setembro de 1997 foram acompanhadas 38 gestantes com elevado risco para o parto prematuro entre a 20ª e 36ª semana de gestação. Estas pacientes foram submetidas semanalmente ao toque vaginal e ao exame ultra-sonográfico transvaginal. O toque vaginal avaliou o colo uterino quanto a dois parâmetros: comprimento e dilatação. A ultra-sonografia transvaginal estudou o comprimento e o diâmetro anteroposterior do colo uterino. Foram analisados os comportamentos destas medidas cervicais ao longo da gestação. Os dois métodos foram comparados quanto à avaliação cervical e à acurácia no diagnóstico do parto prematuro. Resultados: a incidência de partos prematuros foi de 18,4% (7/38. As medidas do comprimento cervical obtidas pela ultra-sonografia foram sempre maiores em relação às medidas obtidas pelo toque vaginal. Mediante análise pelo teste de hipóteses foram observadas uma relação indireta entre o comprimento cervical e a idade gestacional por meio do toque e do estudo ultra-sonográfico (pObjective: to evaluate the uterine cervix by digital and transvaginal ultrasound examinations in pregnant women at high risk of having premature delivery. Methods: during the period between February 1995 and September 1997, 38 pregnant women at high risk of having premature delivery between the 20th and 36th week of gestation were examined. These patients were submitted weekly to both digital and transvaginal ultrasound examinations. The digital examination evaluated the uterine cervix using two parameters: length and dilation. The transvaginal ultrasound studied the length and the anteroposterior diameter of the uterine cervix. The behavior of these cervical measurements was analyzed throughout the pregnancies. The two methods

  4. Transvaginal ultrasound

    Science.gov (United States)

    Endovaginal ultrasound; Ultrasound - transvaginal; Fibroids - transvaginal ultrasound; Vaginal bleeding - transvaginal ultrasound; Uterine bleeding - transvaginal ultrasound; Menstrual bleeding - transvaginal ultrasound; ...

  5. Dor e comportamento de mulheres durante o trabalho de parto e parto em diferentes posições

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evenise Nilsen

    2011-06-01

    Full Text Available Avaliou-se a intensidade da sensação dolorosa e o comportamento, durante o trabalho de parto e parto, entre mulheres que tiveram parto normal, sem analgesia, nas posições semi-sentada, decúbito lateral esquerdo e litotomia. O estudo foi descritivo, transversal e correlacional. Foram usados um questionário validado que avalia dor e comportamento durante o trabalho de parto e parto, segundo a perspectiva da mulher, e duas escalas de dor: uma analógica e outra alfanumérica. Observou-se que a dor entre as mulheres que pariram em litotomia foi significativamente menor em comparação com decúbito lateral esquerdo (p=0,003, embora a posição tenha sido escolhida pela mulher. Houve associação entre dor e comportamento. A dor no trabalho de parto e parto estavam associadas entre si, assim como o comportamento nesses dois momentos. Os resultados indicam uma associação entre posição no parto e sensação dolorosa, mas não foi possível identificar fatores explicativos, sendo necessário desenvolver estudos longitudinais.

  6. Resultados neonatais no parto vaginal espontâneo comparados aos dos partos com fórcipe de Simpson-Braun em primíparas

    OpenAIRE

    Pereira,Belmiro Gonçalves; Camargo, Michel Gardere; Couto,Egle Cristina; Amaral, Eliana; Passini Jr,Renato; Parpinelli, Mary Angela

    2004-01-01

    OBJETIVO: comparar os resultados neonatais dos partos vaginais espontâneos ou assistidos com fórcipe de Simpson-Braun em nulíparas. MÉTODO: em estudo de corte retrospectivo foram avaliados dois grupos de primíparas atendidas no Centro Obstétrico do CAISM/UNICAMP, que tiveram parto vaginal sob analgesia epidural. O grupo fórcipe foi formado por 119 pacientes que tiveram parto a fórcipe de Simpson-Braun, e o grupo normal por 114 casos de parto vaginal espontâneo. Foram estudadas as variáveis ne...

  7. PESO PÓS-PARTO, FREQÜÊNCIA E PREVALÊNCIA DO TIPO DE PARTO DE CUTIAS (Dasyprocta sp CRIADAS EM CATIVEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Acelina Martins de Carvalho

    2006-10-01

    Full Text Available A pesquisa objetivou avaliar parâmetros de desenvolvimento de cutias, buscando fornecer dados para contribuir com a seleção, o melhoramento genético e formas adequadas de manejo para estes animais. Foram observados o peso pós-parto, freqüência e a prevalência do tipo de parto em função da época do ano em 33 fêmeas. Constatou-se que não houve interação entre época do ano e tipo de parto (P>0,05. O peso médio pós-parto foi de 2,24 Kg e 2,39 Kg, para o período de janeiro a dezembro, respectivamente, não apresentando diferença significativa para esta variável (P>0,05. Com relação ao tipo de parto, as cutias com parto simples apresentaram peso médio de 2,32 Kg e as com parto duplo 2,38 Kg, não sendo estes valores significativamente diferentes entre si (P>0,05. Concluiu-se que o peso da cutia fêmea pós-parto, a freqüência e o tipo de parto (simples e duplos não sofrem influência da época do ano e que a cutia em cativeiro se comporta como poliéstrica contínua. PALAVRAS-CHAVE: Cutia, peso pós-parto, prevalência, tipo de parto.

  8. Violência consentida: mulheres em trabalho de parto e parto Consented violence: women in labor and delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Regina Wolff

    2008-09-01

    Full Text Available O parto é um evento que integra a vivência reprodutiva da mulher e seu parceiro. Os profissionais de saúde são coadjuvantes dessa vivência, desempenhando um importante papel ao colocar seu conhecimento a serviço do bem-estar da mulher e do bebê, ajudando-os no processo de parturição e nascimento de forma saudável, humana e humanizadora. Este trabalho traz uma secção da tese de doutorado de uma das autoras, com o objetivo de denunciar como se dá a assistência em muitas das instituições de saúde, e que revela como várias das circunstâncias a que a mulher está sujeita no processo de parturição se caracterizam por ações de não cuidado e/ou como desumanização. Nesse recorte destacou-se os depoimentos de parturientes que evidenciaram o não cuidado e/ou a desumanização da assistência à mulher em trabalho de parto e parto. Os relatos evidenciaram um tipo especial de violência de gênero na área da saúde, uma violência consentida, conforme opinião das autoras, que ocorre com mulheres em trabalho de parto e parto.Delivery is an event that is part of the reproductive experience of a woman and her partner. Health professionals play an important role in that experience by putting their knowledge in the service of the woman's and her baby's welfare and helping them in the childbirth process in a healthy as well as humanized manner. The present study is a section of the doctoral dissertation of one of the authors and the objective was to reveal how assistance is provided at some health institutions. Several circumstances to which the woman in labor is subject are characterized by actions that were considered as non-care and/or dehumanization. This section of the dissertation shows a special type of gender violence in the health area, a consented violence, according to the authors' opinion, which occurs with women in labor and delivery.

  9. Diabetes nos partos hospitalares em sistemas de saude publico e privado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Regina de Souza Teixeira

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar tendências da presença do diagnóstico de diabetes mellitus em partos hospitalares. MÉTODOS: Estudo transversal com dados analisados de partos hospitalares de gestantes residentes em Ribeirão Preto, SP, no período de 1998 a 2007. Os dados foram obtidos no Centro de Processamento de Dados Hospitalares da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, referentes à categoria diabetes mellitus na gravidez. Os dados analisados foram: faixa etária, tipo de parto (vaginal ou cirúrgico, duração da internação e tipo de assistência pública (SUS ou privada (saúde suplementar e particular. RESULTADOS: Houve aumento de 3,9 vezes na proporção de partos com menção de diabetes em relação ao total de partos (p = 0,01. Esse aumento foi de 4,5 vezes nos partos pela assistência pública (p = 0,01 e de 3 vezes na assistência privada (p = 0,01. Observou-se aumento da presença de diabetes em todas as faixas etárias, proporcionalmente mais acentuado nas mais baixas. A frequência de parto cirúrgico nas gestações com menção de diabetes diminuiu de 64,5% em 1998/1999 para 39,8% em 2006/2007 na assistência pública; e na privada a frequência se manteve sempre acima de 90%. CONCLUSÕES: Houve tendência crescente da presença de diabetes mellitus nos partos hospitalares ao longo dos biênios, apesar da tendência de diminuição do número de partos e aumento da população feminina em idade reprodutiva residente em Ribeirão Preto. Essa tendência necessita não só de sua identificação e tratamento, mas também de intervenções pré-gestacionais que possam revertê-la.

  10. Resultados da assistência ao parto no Centro de Parto Normal Dr. David Capistrano da Costa Filho em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

    OpenAIRE

    Campos,Sibylle Emilie Vogt; Lana,Francisco Carlos Félix

    2007-01-01

    A qualidade da assistência prestada em Centro de Parto Normal (CPN) por enfermeira obstetra é amplamente questionada. Foi realizado um estudo descritivo e retrospectivo de 2.117 partos ocorridos entre janeiro de 2002 e julho 2003, no CPN Dr. David Capistrano da Costa Filho, em Belo Horizonte. Entre os principais resultados da assistência, destacam-se a taxa de transferência materna com 11,4%; a taxa de cesárea com 2,2%; a taxa de admissão em Centro de Tratamento Intensivo (CTI) neonatal de 1,...

  11. Resultados maternos e neonatais em centro de parto normal peri-hospitalar e hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camilla Alexsandra Schneck

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar os resultados maternos e neonatais em mulheres de baixo risco atendidas em centro de parto normal peri-hospitalar e hospital. MÉTODOS: Estudo transversal com amostra representativa de mulheres de baixo risco atendidas em São Paulo, SP, de 2003 a 2006. Foram incluídas 991 mulheres que tiveram o parto no centro de parto normal e 325 que deram à luz no hospital. Os dados foram obtidos dos prontuários. A análise comparativa foi realizada para o total de mulheres e estratificada segundo a paridade. Foram aplicados os testes qui-quadrado e exato de Fisher. RESULTADOS: Houve distribuição homogênea das mulheres segundo a paridade (45,4% nulíparas e 54,6% mulheres com um ou mais partos anteriores. Foram encontradas diferenças estatisticamente significantes em relação às seguintes intervenções: amniotomia (mais freqüente entre nulíparas do hospital; utilização de ocitocina no trabalho de parto e utilização de analgésico no pós-parto (mais freqüentes no hospital entre as mulheres de todas as paridades. A taxa de episiotomia foi maior entre as nulíparas, tanto no centro de parto como no hospital. Houve maior freqüência de intervenções com o neonato no hospital: aspiração das vias aéreas superiores, aspiração gástrica, lavagem gástrica, oxigênio por máscara aberta. Também ocorreram com mais freqüência no hospital bossa serossanguínea, desconforto respiratório e internação na unidade neonatal. Não houve diferença nos valores de Apgar no quinto minuto nem casos de morte materna ou perinatal. CONCLUSÕES: A assistência no centro de parto normal foi realizada com menos intervenções e com resultados maternos e neonatais semelhantes aos do hospital.

  12. Assistência prestada à adolescente no momento do parto em uma maternidade de alto risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Juliana Mello da Silva

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar as práticas obstétricas realizadas em adolescentes parturientes atendidas em uma maternidade de alto risco. Métodos: Estudo observacional, de corte transversal, documental e descritivo, realizado com busca em 157 prontuários de parturientes adolescentes atendidas em maternidade de alto risco em Maceió-AL, no período de janeiro a junho/2013. Avaliaram-se variáveis socioeconômicas, práticas obstétricas e clínica, sendo os resultados apresentados em frequência simples. Resultados: Entre as parturientes, a idade variou de 14 a 19 anos, e 96 (61,1% viviam em união estável. Com relação aos dados obstétricos, 125 (79,6% eram primigestas e 73 realizaram de 4 a 6 consultas de pré-natal. Em 107 (68,1% prontuários o partograma não foi encontrado. Entre os partos realizados, em 75 (47,8% os profissionais não realizaram episiotomia, em 110 (70,1% foram realizadas manobras ativas do 3º estágio e 146 (86,6% adolescentes não tiveram complicações clínicas no parto. Conclusão: Evidenciou-se que algumas práticas obstétricas preconizadas pelo Ministério da Saúde estão sendo realizadas com as parturientes adolescentes, mas não são suficientes para uma assistência de qualidade.

  13. Intervenções obstétricas durante o trabalho de parto e parto em mulheres brasileiras de risco habitual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Leal

    2014-08-01

    Full Text Available Este artigo avaliou o uso das boas práticas (alimentação, deambulação, uso de métodos não farmacológicos para alívio da dor e de partograma e de intervenções obstétricas na assistência ao trabalho de parto e parto de mulheres de risco obstétrico habitual. Foram utilizados dados da pesquisa Nascer no Brasil, estudo de base hospitalar realizada em 2011/2012, com entrevistas de 23.894 mulheres. As boas práticas durante o trabalho de parto ocorreram em menos de 50% das mulheres, sendo menos frequentes nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste. O uso de ocitocina e amniotomia foi de 40%, sendo maior no setor público e nas mulheres com menor escolaridade. A manobra de Kristeller, episiotomia e litotomia foram utilizada, em 37%, 56% e 92% das mulheres, respectivamente. A cesariana foi menos frequente nas usuárias do setor público, não brancas, com menor escolaridade e multíparas. Para melhorar a saúde de mães e crianças e promover a qualidade de vida, o Sistema Único de Saúde (SUS e, sobretudo o setor privado, necessitam mudar o modelo de atenção obstétrica promovendo um cuidado baseado em evidências científicas.

  14. Fatores associados à prova de trabalho de parto em primíparas com uma cesárea anterior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pires Helaine M B

    1999-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores médicos e não médicos associados à realização da prova de trabalho de parto na segunda gestação de primíparas com uma cesárea anterior. MÉTODOS: Estudo de caso-controle aninhado, com uma análise secundária de dados de um estudo de coorte retrospectivo previamente desenvolvido numa população de mulheres que deu à luz ao primeiro filho em Campinas, no ano de 1985. RESULTADOS: Os principais fatores que estiveram associados à realização da prova de trabalho de parto em 333 gestantes dentre as 1.352 secundigestas com uma cesárea anterior foram: renda familiar mensal inferior a 5 salários-mínimos, seguro-saúde pelo Sistema Único de Saúde, baixa idade materna, presença de rotura de membranas e ocorrência de trabalho de parto no primeiro parto. CONCLUSÃO: Os fatores socioeconômicos são fundamentalmente os principais determinantes da realização da prova de trabalho de parto em secundigestas, com uma cesárea anterior.

  15. Fatores associados à prova de trabalho de parto em primíparas com uma cesárea anterior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helaine M B Pires

    1999-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores médicos e não médicos associados à realização da prova de trabalho de parto na segunda gestação de primíparas com uma cesárea anterior. MÉTODOS: Estudo de caso-controle aninhado, com uma análise secundária de dados de um estudo de coorte retrospectivo previamente desenvolvido numa população de mulheres que deu à luz ao primeiro filho em Campinas, no ano de 1985. RESULTADOS: Os principais fatores que estiveram associados à realização da prova de trabalho de parto em 333 gestantes dentre as 1.352 secundigestas com uma cesárea anterior foram: renda familiar mensal inferior a 5 salários-mínimos, seguro-saúde pelo Sistema Único de Saúde, baixa idade materna, presença de rotura de membranas e ocorrência de trabalho de parto no primeiro parto. CONCLUSÃO: Os fatores socioeconômicos são fundamentalmente os principais determinantes da realização da prova de trabalho de parto em secundigestas, com uma cesárea anterior.

  16. AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA AO PARTO NORMAL EM UMA MATERNIDADE PÚBLICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Francisco Ribeiro

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo/Objetivos: Investigar a qualidade da assistência ao parto normal em uma maternidade pública, conforme as normas da Organização Mundial de Saúde no município de Teresina/Piaui. Métodos: Estudo transversal, conduzido mediante pesquisa em prontuário e entrevistas com 91 puérperas. Três categorias (A, B e C classificaram a assistência em existente, não existente, ou de existência intermediária. Resultados: A maioria das puérperas e recém – nascidos foram assistidas por (médicos e enfermeiros obstetras e neonatologia. No momento da admissão (39,6% tinham dilatação cervical de 4 a 6 cm acompanhado de parto com duração de 1 a 5 horas (44%, recém-nascido com apgar nos primeiros sete minutos (75,8%. Quanto à frequência das avaliações realizadas no trabalho de parto obteve: toque vaginal uma avaliação/hora (38,5%, ausculta dos batimentos cardiofetais uma avaliação/hora (35,2%, verificação da pressão arterial materna uma avaliação / horas (30,8% e dinâmica uterina (60,4% não verificada. Da frequência das práticas utilizadas na assistência ao parto normal, conforme protocolo para a assistência ao parto da Organização Mundial de Saúde as três categorias foram existentes Conclusão: o estudo mostra que a maternidade se encontra em uma situação privilegiada quanto as praticas que devem ser incentivadas. Descritores: Avaliação de serviços de saúde; Trabalho de parto; Parto normal; Atenção à saúde.

  17. Características e cronologia do parto induzido com cloprostenol ou d-cloprostenol em associação a carbetocina em cabras saanen

    OpenAIRE

    2004-01-01

    Foi estudado o momento dos partos naturais e induzidos, o tempo de expulsão da placenta, o grau de dificuldade do trabalho de parto, o grau de vitalidade dos neonatos, a produção leiteira imediata e a eficácia luteolítica dos análogos de PGF2α. Avaliaram-se protocolos indutores do parto aos 145 dias de prenhez através do uso de análogos da PGF2α, cloprostenol ou d-cloprostenol, esse associado também a carbetocina (ocitocina sintética) em cabras Saanen alocadas em cinco grupos. Não houve difer...

  18. Estágio em uma casa de parto do Japão: relato de experiência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Akiko Komura Hoga

    2005-12-01

    Full Text Available O conhecimento da assistência ao parto desenvolvida em outras sociedades pode promover a autocrítica a respeito de nossas próprias práticas. Este artigo relata a experiência de um estágio desenvolvido em uma Casa de Parto do Japão. A Instituição oferece assistência pré-natal, grupo de educação em saúde, ioga, hidroginástica, assistência ao parto e puerpério, cuidado com o recém-nascido, visita domiciliar e consulta de enfermagem da puérpera e recém-nascido. Os princípios que norteiam a assistência desenvolvida naquela Casa, em conformidade com as recomendações da Organização Mundial da Saúde, fornecem suporte para recomendar a adoção dos modos de cuidar ali desenvolvidos, com a necessária adaptação ao contexto sociocultural específico.

  19. Remifentanil em analgesia para o trabalho de parto Remifentanil en analgesia para el trabajo de parto Remifentanil as analgesia for labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane C S Soares

    2010-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As técnicas neuroaxiais representam atualmente os métodos mais efetivos para controle da dor durante o trabalho de parto e a analgesia peridural utilizando soluções anestésicas ultradiluídas é considerada o padrão ouro, promovendo alívio adequado da dor com mínimos efeitos colaterais. Em algumas situações, no entanto, o emprego dessas técnicas é limitado pela existência de contraindicações maternas ou obstáculos estruturais e materiais. Nestes casos, as opções alternativas ainda são precárias e escassas, oferecendo resultados pouco otimistas e de eficácia questionável. CONTEÚDO: Este artigo apresenta, com base em uma revisão da literatura, as informações disponíveis relacionadas ao emprego do remifentanil como técnica alternativa para a analgesia de parto discutindo aspectos farmacocinéticos, farmacodinâmicos, eficácia analgésica, satisfação materna e efeitos colaterais maternos e fetais. CONCLUSÕES: Os dados iniciais apontam o remifentanil como uma opção promissora a ser empregada nas situações em que a gestante não quer ou não pode receber a analgesia neuroaxial.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Las técnicas neuroaxiales representan actualmente los métodos más efectivos para el control del dolor durante el trabajo de parto, y la analgesia epidural utilizando soluciones anestésicas ultradiluidas se considera el estándar oro, promoviendo el alivio correcto del dolor con los mínimos efectos colaterales. En algunas situaciones, sin embargo, el uso de esas técnicas queda limitado por la existencia de contraindicaciones maternas u obstáculos estructurales y materiales. En esos casos, las alternativas todavía son precarias y escasas, ofreciendo resultados poco optimistas y de una eficacia cuestionable. CONTENIDO: Con base en una revisión de la literatura, este artículo muestra que las informaciones disponibles relacionadas a lo empleo de lo remifetanil como técnica alternativa

  20. Avaliação do Risco de Parto Prematuro: Teste da Fibronectina Fetal e Medida do Colo Uterino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oliveira Tenilson Amaral

    2000-01-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar o risco de parto prematuro em gestantes com antecedentes de parto pré-termo espontâneo por meio do teste da fibronectina fetal e da medida do colo uterino pela ultra-sonografia transvaginal. Métodos: foram relacionadas 107 gestantes na 24ª, 28ª e 32ª semana de gestação para realização do teste da fibronectina fetal no conteúdo cérvico- vaginal. No mesmo período, o comprimento do colo uterino foi medido, entre o orifício interno e externo, pela ultra-sonografia transvaginal. Consideramos o colo curto quando a medida da cérvice foi menor ou igual ao ponto de corte estabelecido pela curva ROC ("receiver-operating characteristic" para predição do parto prematuro. Comparamos o resultado dos exames com a ocorrência do parto antes de 34 e 37 semanas de gestação. Resultados: a incidência do parto prematuro foi de 37,4% (40/107. O melhor ponto de corte do comprimento do colo uterino indicado pela curva ROC para maximizar sensibilidade e especificidade foi 30 mm para 24 e 28 semanas de gestação e 25 mm para 32 semanas. O teste positivo da fibronectina fetal teve um risco relativo (RR significante apenas na 28ª semana (RR: 1,77; intervalo de confiança (IC 95%: 1,10-2,84 para a ocorrência do parto antes de 37 semanas. O colo curto mostrou um RR significativo para ocorrência do parto antes de 37 semanas, na 24ª, 28ª e 32ª semana. O RR foi mais elevado quando o colo curto esteve presente na 24ª semana para ocorrência do parto antes de 34 semanas (RR: 4,42; IC 95%: 1,25-15,56. Conclusão: em pacientes com antecedentes de prematuridade espontânea, a medida do comprimento do colo uterino por meio da ultra-sonografia transvaginal é melhor que o teste da fibronectina fetal para avaliar o risco de parto prematuro.

  1. Leucograma e metabolismo oxidativo de neutrófilos em cabras da raça Saanen nos períodos de gestação, parto e pós-parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joandes H. Fonteque

    2013-12-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo a avaliação do leucograma e do metabolismo oxidativo de neutrófilos em fêmeas caprinas da raça Saanen, nos períodos de gestação, parto e pós-parto. Amostras de sangue foram colhidas de 20 fêmeas nulíparas da raça Saanen, clinicamente sadias por venipunção jugular aos 49 (M1, 42 (M2, 35 (M3, 28 (M4, 21 (M5, 14 (M6, sete (M7, três (M8 dias antes do parto, no dia do parto (M9, três (M10 e sete (M11 dias após o parto, para a realização do leucograma e dosagens séricas de cortisol, estradiol e progesterona. A partir de 28 dias (M4 antes do parto até sete dias do pós-parto (M11 foram colhidas amostras de sangue para a avaliação do metabolismo oxidativo de neutrófilos por meio do teste de redução do tetrazólio nitroazul (NBT. Os resultados demonstraram que no dia do parto houve aumento nas concentrações séricas de cortisol e estradiol, e diminuição da progesterona, leucocitose por neutrofilia e desvio à esquerda leve, diminuição dos linfócitos, aumento da relação neutrófilo:linfócito, eosinopenia, monocitose e basofilia. No sétimo dia do pós-parto houve leucocitose por neutrofilia e aumento da relação neutrófilo:linfócito. Não houve nos períodos de gestação, parto e pós-parto alterações significativas no metabolismo oxidativo dos neutrófilos. Conclui-se que o parto determina elevação da concentração sérica de cortisol e estradiol, e diminuição da progesterona determinando quadro de leucocitose por neutrofilia e desvio à esquerda leve, com diminuição dos linfócitos, aumento da relação neutróflo:linfócito, eosinopenia, monocitose e basofilia. Ao sétimo dia do pós-parto há leucocitose por neutrofilia, aumento da relação neutrófilo:linfócito e do fibrinogênio. A gestação, o parto e o período do pós-parto não alteram o metabolismo oxidativo de neutrófilos avaliado por meio do teste de redução do NBT.

  2. Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeiras de 2005 a 2009 em Florianópolis, SC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Green Koettker

    2012-08-01

    Full Text Available Estudo transversal sobre resultados obstétricos e neonatais dos partos domiciliares planejados assistidos por enfermeiras obstétricas em Florianópolis, SC. Dados coletados nos prontuários de 100 parturientes assistidas de 2005 a 2009 apontam 11 transferências hospitalares, sendo nove submetidas a cesariana. A maioria das que pariram no domicílio apresentou batimentos cardíacos fetais (94,0% e evolução no partograma normais (61,0%, adotou posição vertical na água, no período expulsivo (71,9%, e os recém-nascidos receberam Apgar do 5° minuto > 7 (98,9%. A frequência de episiotomia foi 1,0%, 49,4% não necessitaram sutura perineal. Os resultados indicam que o parto domiciliar é seguro.

  3. Retorno à atividade luteal cíclica no pós-parto em vacas de corte primíparas suplementadas em pasto por diferentes períodos

    OpenAIRE

    Borges, Morgana Cardoso Brasileiro

    2010-01-01

    Este estudo avaliou a influência da suplementação (30%PB) no retorno à atividade cíclica ovariana pós-parto e no perfil metabólico e hormonal de 135 vacas primíparas da raça Nelore. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em quatro tratamentos: T1 (apenas sal mineral no pré e pós-parto), T2 (suplementação durante 30 a 65 dias pré-parto), T3 (suplementação por mais de 65 dias pré-parto) e T4 (suplementação de 30 a 65 dias pré-parto + 15 dias no pós-parto), sendo que após o término dos tra...

  4. Resultados neonatais no parto vaginal espontâneo comparados aos dos partos com fórcipe de Simpson-Braun em primíparas Neonatal outcome of spontaneous deliveries as compared to Simpson-Braun forceps deliveries in nulliparous women

    OpenAIRE

    Belmiro Gonçalves Pereira; Michel Gardere Camargo; Egle Cristina Couto; Eliana Amaral; Renato Passini Jr; Mary Angela Parpinelli

    2004-01-01

    OBJETIVO: comparar os resultados neonatais dos partos vaginais espontâneos ou assistidos com fórcipe de Simpson-Braun em nulíparas. MÉTODO: em estudo de corte retrospectivo foram avaliados dois grupos de primíparas atendidas no Centro Obstétrico do CAISM/UNICAMP, que tiveram parto vaginal sob analgesia epidural. O grupo fórcipe foi formado por 119 pacientes que tiveram parto a fórcipe de Simpson-Braun, e o grupo normal por 114 casos de parto vaginal espontâneo. Foram estudadas as variáveis ne...

  5. Fatores associados ao parto vaginal em gestantes de alto risco submetidas à indução do parto com misoprostol Factors associated with vaginal delivery in high-risk pregnant women submitted to labor induction with misoprostol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zuleika Studart Sampaio

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: determinar os principais fatores associados ao parto transpelvino em gestantes de alto-risco submetidas à indução do parto com misoprostol vaginal (50 µg. MÉTODOS: trata-se da análise secundária de um ensaio clínico aberto, não randomizado, incluindo 61 gestantes de alto-risco internadas na Enfermaria de Patologia Obstétrica da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, em Fortaleza (CE. Todas tinham idade gestacional de mais de 37 semanas, feto único com boa vitalidade e escores de Bishop menores ou iguais a 7. Utilizou-se a dose de 50 µg de misoprostol via vaginal, repetindo-se a cada seis horas, até o máximo de quatro doses. Realizou-se análise uni e multivariada para determinação da associação entre parto vaginal (variável dependente e variáveis independentes (preditoras, construindo-se curvas ROC para paridade e escores de Bishop. RESULTADOS: encontrou-se associação significativa do parto vaginal com a paridade (um ou mais partos anteriores, escore de Bishop >4 e intervalo entre indução e parto menor que 6 horas, ao passo que a taquissistolia reduziu a chance de parto vaginal. Realizou-se análise de regressão logística múltipla para avaliar cada um desses fatores independentemente, persistindo fortemente associados ao parto vaginal o escore de Bishop >4 (OR = 3,3; IC 95% = 2,15-4,45 e a paridade >1 (OR = 5,41; IC 95% = 4,18-6,64. Pela curva ROC para os escores de Bishop e a paridade como determinantes do parto vaginal, encontrou-se um valor preditivo positivo de 100%, com sensibilidade de 63,2%. A área sob a curva foi de 86,8%, significativamente superior a 50% (p=0,023. CONCLUSÕES: os fatores preditivos mais importantes para parto vaginal após indução com misoprostol foram a paridade (um ou mais partos e escores de Bishop >4. Estes fatores devem ser levados em consideração na escolha de diferentes esquemas e doses de misoprostol, tanto para preparo cervical como indução do parto.PURPOSE: to

  6. Comparação de modelos de assistência ao parto em hospitais públicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibylle Emilie Vogt

    2014-04-01

    Full Text Available OBJETIVO Comparar os modelos colaborativo e tradicional na assistência ao parto e nascimento. MÉTODOS Estudo transversal realizado com 655 primíparas em quatro hospitais do sistema único de saúde em Belo Horizonte, MG, em 2011 (333 mulheres do modelo colaborativo e 322 do modelo tradicional, incluindo aquelas com trabalho de parto induzido e prematuro. Os dados foram coletados em entrevistas e levantamento de prontuários. Foram aplicados os testes Qui-quadrado para comparação e regressão logística múltipla para determinar associação entre o modelo e os desfechos analisados. RESULTADOS Houve diferenças significativas entre os modelos em relação ao nível de escolaridade e trabalho remunerado. No modelo colaborativo houve menor utilização da ocitocina (50,2% no modelo colaborativo versus 65,5% no modelo tradicional; p < 0,001, da ruptura artificial das membranas (54,3% no modelo colaborativo versus 65,9% no modelo tradicional; p = 0,012 e da taxa de episiotomia (16,1% no modelo colaborativo versus 85,2% no modelo tradicional; p < 0,001, e maior utilização de métodos não farmacológicos para alívio da dor (85,0% no modelo colaborativo versus 78,9% no modelo tradicional; p = 0,042. A associação entre o modelo colaborativo e a redução no uso da ocitocina, da ruptura artificial das membranas e da episiotomia manteve-se após o ajuste para fatores de confundimento. O modelo assistencial não esteve associado a complicações neonatais ou maternas nem à utilização de analgesia de condução. CONCLUSÕES Os resultados sugerem que o modelo colaborativo poderá reduzir as intervenções na assistência ao trabalho de parto e parto com resultados perinatais semelhantes.

  7. O nascimento biopolítico: convocações dos dispositivos de mídia em prol da cesariana e do medo do parto

    OpenAIRE

    2016-01-01

    A pesquisa investiga as convocações biopolíticas em torno da via de nascimento, parto e cesariana, na imprensa, nos sites de relacionamento, nas redes sociais e na comunicação das maternidades. Os discursos e narrativas são construídos em torno do medo e sustentam o paradoxo: Normal e seguro é fazer cesariana. Estranho e arriscado é o parto. Essas mídias, consideradas dispositivos, no conceito de Foucault e Agamben, mais do que assumirem o papel de propagarem e legitimarem o discurso biopolít...

  8. Efeito do intervalo de partos sobre a eficiência produtiva e econômica em rebanhos gir leiteiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurélio Prata

    2014-01-01

    Full Text Available Foram analisados 13.406 registros de lactação de 7.153 vacas Gir Leiteiro com partos ocorridos de 1960 a 2008 com o objetivo de estimar ganhos ou perdas econômicas e em produção de leite atribuídos à variação no intervalo de partos (IP. Foi observada produção de leite média por vaca por lactação de 2.846,95 ± 1.339,72 kg e média de IP de 449,86 ± 51,54 dias. A redução do IP observado para 365 dias levaria a aumento na produção de leite de 558,16 kg. Os resultados econômicos decorrentes das perdas nas produções de leite e de bezerros foram de R$ 467,34/vaca/lactação. Os gastos com ração e mão de obra foram de R$ 198,22. A perda econômica total foi de R$ 269,12/vaca/lactação. O aumento no IP tem resultado em perdas produtivas e econômicas nos rebanhos estudados.

  9. Assistência ao parto de mulheres negras em um hospital do interior do Maranhão, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilka Kassandra Pereira Belfort

    Full Text Available Resumo Há no Brasil poucos estudos que considerem a cor como um possível fator de aumento de vulnerabilidade à perda da saúde, que analisem a morbidade levando em consideração a cor/raça das pessoas, especialmente os que abordam a saúde reprodutiva. Estudos realizados nos últimos anos evidenciaram diferenças importantes entre as taxas de mortalidade materna de mulheres de cor branca, parda e preta. Supõe-se que essas diferenças sejam decorrentes de falta de acesso a serviços de saúde e/ou da pior qualidade da assistência prestada amulheres negras. Há poucos estudos que analisam como se dá o atendimento pré-natal e ao parto considerando a cor das mulheres, especialmente em pequenos municípios, em regiões mais carentes do país. Este estudo objetiva descrever como ocorre a assistência ao ciclo gravídico puerperal de mulheres negras residentes no município de Icatu, no Maranhão. Trata-se de uma pesquisa descritiva exploratória desenvolvida com puérperas que tiveram parto no Hospital Municipal da cidade. Foram entrevistadas 26 mulheres negras que aceitaram participar da pesquisa. A idade variou de 10 a 39 anos, com 50% de 20 a 24 anos. A maioria estava em união estável, 46,2% iniciaram a vida sexual antes de 15 anos, e 53,8%, entre 16 e 20 anos. Constatou-se que a maioria iniciou o pré-natal no primeiro trimestre e teve seis consultas ou mais durante o acompanhamento. Todas as mulheres de cor preta e a maioria das de cor parda tiveram anemia ferropriva no período gestacional. Elas gostariam de ser escutadas na hora do parto e de receberem mais atenção, com maior acolhimento.

  10. Achados histeroscópicos em mulheres na pós-menopausa com diagnóstico de espessamento endometrial por ultra-sonografia transvaginal Hysteroscopic findings in postmenopausal women with endometrial thickening diagnosed by transvaginal ultrasound

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Bittencourt Campaner

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: correlacionar espessamento endometrial diagnosticado por ultra-sonografia com os achados histeroscópicos, em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com avaliação histeroscópica em 121 mulheres na pós-menopausa, com diagnóstico de espessamento do endométrio por ultra-sonografia transvaginal. Das pacientes incluídas, 23 (19% recebiam diferentes esquemas de hormonioterapia e 98 não referiam uso de reposição hormnonal.; 55 pacientes queixavam-se de sangramento por via vaginal e as restantes apresentavam-se sem esta condição. Os exames endoscópicos foram realizados ambulatorialmente, utilizando-se histeroscópio rígido de 4 mm. Para a distensão da cavidade uterina empregou-se gás carbônico (CO2. Biópsia foi praticada em todas as pacientes, com auxílio de cureta tipo Novak, de 3 mm, e o material obtido submetido a estudo histopatológico. RESULTADOS: a espessura do endométrio variou entre 6 e 38 mm, com média de 10,7 ± 5,3 mm. Os achados histeroscópicos foram: lesão polipóide, em 51 pacientes (42,1%; endométrio atrófico, em 15 (12,4%; sinéquia senil, em 15 (12,4%; espessamento focal, em 13 (10,7%; lesão cerebróide, em 6 (5,0%; endométrio proliferativo, em 5 (4,1%; muco, em 5 (4,1%; mioma, em 4 (3,3%; endométrio secretor, em 3 (2,5%; hiperplasia endometrial, em 3 (2,5% e atrofia cística, em 1 (0,8%. Observou-se correlação entre os achados histeroscópicos e os resultados da histopatologia em 30 dos 51 casos de pólipo, em 12 dos 15 de endométrio atrófico e na totalidade dos casos sugestivos de hiperplasia endometrial e de adenocarcinoma. CONCLUSÃO: na maioria das pacientes, o exame histeroscópico revelou que não se tratava de real espessamento endometrial, mas sim de outras variedades de lesão da cavidade uterina.PURPOSE: to correlate endometrial thickening diagnosed by ultrasonography with hysteroscopic findings in postmenopausal women. METHODS: a transversal study

  11. Construir a confiança para o parto : desenvolvimento e avaliação de um programa de intervenção em enfermagem

    OpenAIRE

    Sousa, Ana Paula Prata Amaro de

    2015-01-01

    A autoeficácia da mulher durante o trabalho de parto influencia a forma como este é percebido e afeta a sua satisfação com a experiência de parto. No trabalho de parto, a utilização de estratégias de coping vai resultar da intencionalidade da mulher, que por sua vez depende dos julgamentos de autoeficácia, pois é em função desses juízos que o indivíduo tem incentivo para agir e imprimir uma determinada direção às suas ações. Vários estudos demonstraram ser, por isso, necessário que a preparaç...

  12. Progestágeno intravaginal para controle do estro e do parto em fêmeas suínas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Garziera Gasperin

    2011-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a utilização de dispositivos intravaginais (DIV para o controle da reprodução em suínos. Porcas aos 112 dias de gestação receberam injeção de PGF2α (controle, n = 15 ou PGF2α com inserção de DIV contendo acetato de medroxiprogesterona (grupo DIV, n = 14 por 48 horas. As fêmeas iniciaram o parto 27,7±1,6 e 82,3±3,8 horas após aplicação de PGF2α nos grupos controle e tratado, respectivamente. Quanto ao controle do estro, dez porcas receberam DIV por 12 dias, iniciando imediatamente após o desmame, e o estro foi confirmado aos 17,25±0,17 dias após o desmame, em comparação a 4±0,25 dias no grupo controle. Dispositivos intravaginais com progestágeno podem ser utilizados no controle da reprodução em suínos.

  13. CLINICAL COMPLICATIONS IN NELORE OOCYTE DONERS CAUSED BY VAGINAL ULTRASOUND GUIDED FOLLICULAR ASPIRATION COMPLICAÇÕES CLÍNICAS EM VACAS NELORE DOADORAS DE OÓCITOS DECORRENTES DA ASPIRAÇÃO FOLICULAR TRANSVAGINAL GUIADA POR ULTRA-SOM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Gebara Sampaio Dória

    2008-10-01

    Full Text Available

    In the last few years the vaginal ultrasound guided follicular aspiration or OPU (<em>ovum pick upem> in bovine oocyte doners has become a very difunded technique. It has been used in females with highly zootechnical valuable. The complications of this technique, despite exceptional, assume great importance and might be of the veterinarian and owner’s knowledge. The purpose of this study is to describe the possible complications of the follicular aspiration considering the Veterinarian Hospital ";Governador Laudo Natel"; of the Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias UNESP-Jaboticabal 2003-2005 casuistic. In a total number of 16 animals was possible to observe peritonitis, absence of labor signals, offspring death and peritonitis, distocic delivery with premature fetus, genital lesions, presence of vaginal wall abnormal masses and ovarian adhesions.

    KEY WORDS: Clinical complications, follicular aspiratiorn, Nelore cow.

    Nos últimos anos, a aspiração folicular transvaginal guiada pela ultra-sonografia ou OPU (<em>ovum pick upem>, em fêmeas bovinas doadoras de oócitos, tem se tornado uma prática muito difundida e vem sendo utilizada na multiplicação de fêmeas de elevado valor zootécnico. As complicações dessa técnica, mesmo que de ocorrência excepcional, assumem grande importância e devem ser de conhecimento do veterinário e, também, do proprietário. O propósito deste trabalho é descrever as possíveis complicações da aspiração folicular, considerando a casuística do Hospital Veterinário Governador Laudo Natel, da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP, Jaboticabal, durante os anos de 2003 a 2005. Em um total de dezesseis animais recebidos, verificaram-se a presença de peritonite, a ausência de sinais de parto, morte fetal, parto distócico com feto prematuro, lesões de órgãos genitais

  14. Atenção humanizada ao parto de adolescentes: análise das práticas desenvolvidas em um centro obstétrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josefine Busanello

    2011-10-01

    Full Text Available Estudo quantitativo que objetivou analisar as práticas desenvolvidas na assistência à adolescente, a partir do relato dos trabalhadores de um Centro Obstétrico de um Hospital Universitário, com base na proposta de humanização do parto do Ministério da Saúde. Segundo os trabalhadores, estão sendo desenvolvidas práticas úteis na assistência ao parto, dentre as quais as orientações sobre formas de relaxamento no trabalho de parto, o incentivo ao vínculo entre mãe e filho e a amamentação. Porém, o direito ao acompanhante não vem sendo considerado. A posição de litotomia e a padronização da tricotomia, episiotomia e amniotomia foram constatadas. Os registros dos prontuários, dentre eles o partograma, a anamnese, e o exame físico e obstétrico da parturiente mostraram-se insatisfatórios. Conclui-se que, no cenário investigado, são desenvolvidas práticas consideradas adequadas e inadequadas, mostrando a necessidade de incentivar a utilização de procedimentos embasados em evidência científica e inseridos na proposta de humanização do parto.

  15. Resultados da assistência ao parto no Centro de Parto Normal Dr. David Capistrano da Costa Filho em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil Results of childbirth care at a birthing center in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibylle Emilie Vogt Campos

    2007-06-01

    Full Text Available A qualidade da assistência prestada em Centro de Parto Normal (CPN por enfermeira obstetra é amplamente questionada. Foi realizado um estudo descritivo e retrospectivo de 2.117 partos ocorridos entre janeiro de 2002 e julho 2003, no CPN Dr. David Capistrano da Costa Filho, em Belo Horizonte. Entre os principais resultados da assistência, destacam-se a taxa de transferência materna com 11,4%; a taxa de cesárea com 2,2%; a taxa de admissão em Centro de Tratamento Intensivo (CTI neonatal de 1,2%; e a taxa de Apgar This was a descriptive and retrospective study of 2,117 deliveries from January 2002 to July 2003 at the Dr. David Capistrano da Costa Filho Birthing Center in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil. Widespread questions have been raised concerning the quality of services provided at birthing centers by obstetric nurses. The results of the current study were: 11.4% maternal transfer rate; 2.2% cesarean sections; 1.2% neonatal ICU admissions; and 1% 5-minute Apgar scores below 7. Delivery dystocia and the request for epidural anesthesia were the main reasons for maternal transfer, and respiratory distress was the main cause of neonatal ICU admission. Corrected neonatal mortality was 2 per 1,000 live births. The results at this birthing center did not differ significantly from those in a review of the international literature. The most striking finding was the low cesarean rate. Comparative studies and more comprehensive national data on low-risk gestations are needed.

  16. Transvaginal ultrasound (image)

    Science.gov (United States)

    Transvaginal ultrasound is a method of imaging the genital tract in females. A hand held probe is inserted directly ... vaginal cavity to scan the pelvic structures, while ultrasound pictures are viewed on a monitor. The test ...

  17. Meconium-stained Amniotic Fluid And Maternal And Neonatal Factors Associated [fatores Maternos E Neonatais Associados Ao Mecônio No Líquido Amniótico Em Um Centro De Parto Normal

    OpenAIRE

    Osava,Ruth Hitomi; Silva, Flora Maria Barbosa da; Oliveira,Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de; Tuesta,Esteban Fernandez; Amaral, Maria Clara Estanislau do

    2012-01-01

    OBJETIVO: Analisar a frequência e os fatores maternos e neonatais associados ao mecônio no líquido amniótico no parto. MÉTODOS: Estudo transversal com 2.441 nascimentos em um centro de parto normal hospitalar em São Paulo, SP, em março e abril de 2005. A associação entre mecônio no líquido amniótico e as variáveis independentes (idade materna, paridade, ter ou não cesariana prévia, idade gestacional, antecedentes obstétricos, uso de ocitocina no trabalho de parto, dilatação cervical na admiss...

  18. Aspectos epidemiológicos da depressão pós-parto em amostra brasileira Postpartum depression epidemiology in a Brazilian sample

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Enrico Cabral Ruschi

    2007-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Sintomas psiquiátricos são freqüentes após o parto, momento marcado por alterações hormonais e mudanças no caráter social, na organização familiar e na identidade feminina. A Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo (EPDS é instrumento de auto-avaliação para rastrear depressão após a gestação, nem sempre adequadamente reconhecida pelos profissionais de saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar prevalência de depressão pós-parto em mulheres atendidas em unidades básicas de saúde. MÉTODOS: Estudo transversal com aplicação da EPDS em 292 mulheres que se encontravam entre 31 e 180 dias após o parto. Adotamos o ponto de corte INTRODUCTION: Psychiatric symptoms are frequent in the postpartum period, a moment marked by hormonal alterations and changes in social character, family organization and women's identity. The Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS is a self-reporting instrument to track depression after pregnancy, unfortunately not always properly supported by health care professionals. This study aimed at verifying the prevalence of postpartum depression in women receiving care at basic health units. METHODS: Cross-sectional study including 292 women in the postpartum period (from day 31 to 180 who answered the EPDS questionnaire. Cut-off point < 12 for EPDS depression was used. RESULTS: A total of 115 women (39.4% had scores < 12 in EPDS, classified as depressive; 177 (60.6% had scores < 12 and were not considered depressive. Women with lower education, higher number of pregnancies, higher parity, higher number of live children and shortest relationship time had more depression. CONCLUSION: High frequency of postpartum depression is associated with social factors, which shows the importance of health care professionals in early detection of depression, with the aid of instruments such as EPDS, due to its efficacy and practicability.

  19. Tipos de Parto e Formas de Assistência Médica em Uberaba-MG Delivery and Medical Attendance Types in Uberaba-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Humberto Fabri

    1999-03-01

    Full Text Available Objetivos: estudar as reais condições da assistência médica, tipos de parto e fatores para sua indicação em Uberaba, MG. Método: foram analisados os dados coletados em 7 maternidades de uma população de 4.294 puérperas que pariram no período de abril de 1992 a março de 1993 em Uberaba-MG. Resultados: mostrou-se que o Hospital Escola que teve a maior participação no número de partos, foi o que atendeu a população mais jovem, provavelmente a mais pobre e despreparada para a gravidez. Foi o único hospital em que as taxas de cesariana foram próximos àqueles aceitáveis pela OMS. Em Uberaba o tipo de assistência médica foi predominantemente remunerada pelo SUS ficando os convênios e atendimentos particulares com proporção bem inferior. Verificou-se também que a frequência de cesariana se elevou com a idade e tipo de assistência médica, e o grupo de conveniadas e particulares ficaram com o maior número de cesarianas. Conclusões: pode-se talvez especular que o fator social esteja interferindo na indicação do tipo parto.Purpose: to study the actual conditions of medical assistance and types of delivery and factors contributing to their indication in Uberaba, MG. Method: the data of 4,294 puerperas who gave birth in the period from April 15, 1992 to April 14, 1993 in 7 maternities in Uberaba were studied. Results: it was seen that the Teaching Hospital had a greater participation in deliveries attending the younger population, probably the poorest and most unprepared regarding pregnancy. It was the only Hospital in which cesarean section rates were near those accepted by the who. Medical assistance in Uberaba was predominantly through Social Security (SUS, private health insurance and physicians representing a lower proportion. It was also verified that cesarean section frequency increased with age and type of medical assistance and the groups with private coverage presented a higher number of cesarean sections

  20. Práticas na assistência ao parto em maternidades com inserção de enfermeiras obstétricas, em Belo Horizonte, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Magalhães Sousa

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Discutir práticas na assistência ao parto em instituições de saúde, onde atuam conjuntamente médicos e enfermeiras obstétricas. Métodos: Estudo transversal que teve como fonte de dados a pesquisa Nascer em Belo Horizonte: um inquérito sobre parto e nascimento, realizada entre 2011 e 2013. A amostra foi de 230 e 238 puérperas para práticas no trabalho de parto e parto, respectivamente. A análise deu-se mediante frequências absoluta e relativa. Resultados: Práticas úteis: dieta oral (54,6%, livre movimentação (96%, métodos não farmacológicos para dor (74,2%, acompanhante (95,4%, partograma (77,4%; práticas prejudiciais: enema (0, tricotomia (0, posição deitada (66,8%, Kristeller (9,3%; práticas usadas inapropriadamente: amniotomia (67,1%, ocitocina (41,7%, analgesia (14%, episiotomia (8,4%. Conclusão: Mesmo em instituições que se empenham na mudança do modelo de atenção obstétrica, identificaram-se práticas que reproduzem o modelo tecnocrático. A transformação do modelo de assistência permanece um desafio que requer esforços conjuntos de gestores e profissionais de saúde.

  1. Comparação do ultrassom transvaginal e da histeroscopia ambulatorial no diagnóstico das doenças endometriais em mulheres menopausadas Comparative study of transvaginal sonography and outpatient hysteroscopy for detection of pathologic endometrial lesions in postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Angerame Yela

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a eficácia do ultrassom transvaginal e da histeroscopia diagnóstica ambulatorial no diagnóstico das doenças intrauterinas em mulheres menopausadas. MÉTODOS: Foram selecionadas 243 mulheres menopausadas que se submeteram a uma histeroscopia diagnóstica no ano de 2006. Todas essas mulheres vieram encaminhadas da rede básica de saúde após terem realizado um ultrassom transvaginal para avaliar a cavidade endometrial. RESULTADOS: As mulheres tinham em média 61±9,4 anos e encontravam-se na menopausa em média há 11±8,3 anos. Observamos 6,6% de casos de hiperplasia endometrial e câncer de endométrio. O ultrassom apresentou uma sensibilidade de 95,6%, uma especificidade de 7,4%, um valor preditivo positivo de 53,3% e valor preditivo negativo de 60%, enquanto a histeroscopia apresentou 95,7%; 83%; 82,2% e 95,9%, respectivamente. CONCLUSÃO: A histeroscopia apresentou maior acurácia que o ultrassom no diagnóstico das doenças endometriais.OBJECTIVE: To compare the efficiency of transvaginal sonography and outpatient hysteroscopy in the diagnosis of intrauterine pathology in postmenopausal women. METHODS: Two-hundred and forty-three postmenopausal women were selected. All women had undergone outpatient hysteroscopy in the year 2006. These women were referred from the Basic Healthcare Units in Campinas, where they underwent ultrasonography for the evaluation of the endometrial cavity. RESULTS: The mean age of these women was 61±9.4 years. These women were menopausal for 11±8.3 years.. We observed 6.6% cases of endometrial hyperplasia and cancer. The ultrasonography had a sensitivy of 95.6%, a specificity of 7.4%, a positive predictive value of 53.3% and a negative predictive value of 60%, while the hysteroscopy had 95.7%, 83%, 82.2% and 95.9% respectively. CONCLUSION: Hysteroscopy was a more accurate method for the detection of intrauterine pathology than ultrasonography.

  2. Controle sobre GnRH durante o anestro pós-parto em bovinos GnRH control during bovine postpartum anestrous

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Francisco Coelho de Oliveira

    2010-12-01

    Full Text Available O pós-parto em bovinos é caracterizado como um momento em que as fêmeas bovinas não ovulam, principalmente devido a uma inadequada liberação de gonadotrofinas. Os conceitos e os mecanismos regulatórios do hormônio liberador de gonadotrofinas (GnRH têm sido descritos isoladamente. Esta revisão aborda a influência da nutrição e amamentação, com enfoque na regulação do GnRH, e fornece conceitos atuais do controle neuroendocrinológico da secreção de GnRH durante o pós-parto em bovinos. Conhecimentos atuais das funções do hormônio inibitório de gonadotrofinas (GnIH, da leptina, dos estrógenos, da kisspeptina e da adiponectina, bem como suas complexas inter-relações durante este período estão detalhados para melhor entendimento do assunto.The bovine postpartum period is characterized as a moment when the ovulation is suppressed, mainly in consequence of insufficient release of gonadotropins. Concepts and regulatory mechanisms of gonadotropin-releasing hormone (GnRH had been described independently. This review covers the influence of nutrition and suckling with emphasis on GnRH regulation, and provides up to date concepts of neuroendocrine control of GnRH secretion during postpartum in cattle. Current knowledge of gonadotropin-inhibitory hormone (GnIH, leptin, estrogens and kisspeptin during this period are presented in order to provide a better understanding of the subject.

  3. O processo de trabalho na assistência ao parto em Londrina-PR El processo de trabajo en la asistencia del parto en Londrina-PR The working process in labor care in Londrina-PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Malagutti Sodré

    2007-03-01

    Full Text Available Neste estudo investigamos a assistência ao trabalho de parto no município de Londrina-PR, sob o recorte da decisão dos profissionais em prescrever jejum, enema e tricotomia. Os dados foram colhidos em cinco instituições, por meio de entrevistas com dez médicos obstetras, oito enfermeiras e uma obstetriz, em 2000. As entrevistas foram interpretadas por meio da análise do discurso, extraindo-se frases temáticas. O referencial teórico utilizado foi o materialismo histórico e dialético. A análise das frases identificou o processo de trabalho dessa assistência com seus elementos constituintes. O médico é o principal agente e único com poder de decisão. Tal poder é reforçado pelos instrumentos identificados - a prescrição médica, o trabalho das enfermeiras e o local de prática: o hospital. O saber que embasa essa prática é o modelo clínico, representado pelas intervenções não individualizadas que atendem antes às necessidades dos agentes do que às do seu objeto (a parturiente.En este estudio investigamos la asistencia al trabajo de parto en el municipio de Londrina-PR, bajo el recorte de la decisión de los profesionales en prescribir ayuno, enema y tricotomía. Los datos fueron cogidos en cinco instituciones, por medio de entrevistas a diez médicos obstetras, ocho enfermeras y una obstetriz, en el año 2000. Las entrevistas fueron interpretadas por medio del análisis del discurso, extrayéndose frases temáticas. El referencial teórico utilizado fue el materialismo histórico y dialéctico. El análisis de las frases identificó el proceso de trabajo de esa asistencia con sus elementos constitutivos. El médico es el principal agente, y único con poder de decisión. Tal poder es reforzado por los instrumentos identificados - la prescripción médica, el trabajo de las enfermeras y el local de práctica: el hospital. El saber en que se fundamenta esa práctica es el modelo clínico, representado por las

  4. Estado nutricional em gestações de alta risco: complicações do parto, puerpério e análise do consumo dietético

    OpenAIRE

    Leticia Vieira de Paiva

    2012-01-01

    OBJETIVO: Analisar a associação entre o estado nutricional materno em gestações de alto risco e complicações do parto, do puerpério e análise do consumo dietético dessas gestantes. MÉTODOS: Estudo prospectivo e observacional realizado no período de agosto de 2009 a agosto de 2010, com os seguintes critérios de inclusão: puérperas até o quinto dia; idade acima de 18 anos; gestação de alto risco; feto único e vivo no início do trabalho de parto; parto na Instituição; peso materno aferido no dia...

  5. Práticas assistenciais em reanimação do recém-nascido no contexto de um centro de parto normal Prácticas asistenciales en reanimación neonatal en el contexto de un centro de parto normal Care practices on the resuscitation of newborns in the context of a delivery center

    OpenAIRE

    Karina Fernandes; Amélia Fumiko Kimura

    2005-01-01

    Aproximadamente 10 a 15% dos recém-nascidos (RNs) apresentam dificuldades de adaptação ao nascimento, o que requer habilidade e prontidão dos profis-sionais para intervir nessas situações. Este estudo observacional, transversal objetivou descrever as práticas assistenciais empregadas em reanimação neo-natal em um Centro de Parto Normal de um hospital público de São Paulo. Observou-se 100 atendimentos prestados pela equipe profissional e os dados foram registrados em um instrumento checklist. ...

  6. Análise genética da idade ao primeiro parto e do perímetro escrotal em bovinos da raça Nelore

    OpenAIRE

    Pereira E.; Eler J.P.; Costa F.A.A.; Ferraz J.B.S.

    2001-01-01

    Com o objetivo de estudar as características idade ao primeiro parto (IPP) e perímetro escrotal (PE) e sua relação com características de desempenho ponderal em um rebanho bovino da raça Nelore, linhagem Lemgruber, analisaram-se 2.796 observações para IPP, 2.746 para PE, 3.657 para peso à desmama e 4.686 para peso ao sobreano. As análises foram processadas utilizando-se de modelos animais bi e tricaracterística (com peso à desmama ou peso ao sobreano como terceira característica). Peso ao sob...

  7. Análise genética da idade ao primeiro parto e do perímetro escrotal em bovinos da raça Nelore

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pereira E.

    2001-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar as características idade ao primeiro parto (IPP e perímetro escrotal (PE e sua relação com características de desempenho ponderal em um rebanho bovino da raça Nelore, linhagem Lemgruber, analisaram-se 2.796 observações para IPP, 2.746 para PE, 3.657 para peso à desmama e 4.686 para peso ao sobreano. As análises foram processadas utilizando-se de modelos animais bi e tricaracterística (com peso à desmama ou peso ao sobreano como terceira característica. Peso ao sobreano foi incluído como covariável para PE em duas análises, visando ajustar o PE para peso corporal. Os coeficientes de herdabilidade para IPP e PE variaram de 0,09 a 0,10 e de 0,33 a 0,34, respectivamente. A correlação genética entre IPP e PE variou de -0,23 a -0,29. A correlação negativa não permite descartar a utilização do perímetro escrotal como critério de seleção para precocidade sexual. Análises multicaracterísticas que incluem o peso ao sobreano parecem mais adequadas à avaliação da idade ao primeiro parto e do perímetro escrotal medido aos 18 meses.

  8. Concepções sobre maternidade, parto e amamentação em grupo de gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina Barros da Cunha

    2012-01-01

    Full Text Available Teniendo en cuenta la importancia de la función que cumple la lactancia materna y el parto en la promoción de este enlace madre-hijo para el desarrollo socio-afectivo del bebé, este estudio pretende investigar las concepciones sobre el parto y la lactancia de un grupo de mujeres embarazadas de una empresa del Estado compuesto por mujeres, mujeres embarazadas o que han dado a luz recientemente, y coordinado por un equipo multidisciplinario, además de conducir a una reflexión sobre la práctica de intervención psicológica en esa área específica de la salud materno-infantil. Los datos obtenidos en la encuesta sugieren que, para este grupo, se concede una gran importancia al acto de la lactancia materna y cuidado del bebé en el período posparto y que la intervención en la salud les permitiría a las mujeres embarazadas discutir sus opciones y decisiones sobre el proceso de la maternidad.

  9. Perinatal outcome of twin pregnancies delivered in a teaching hospital Resultado perinatal de gestações gemelares com parto em hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Almeida de Assunção

    2010-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This study aimed to evaluate the perinatal outcome of twin pregnancies delivered in a tertiary teaching hospital according to chorionicity. METHODS: A retrospective study involving 289 twin pregnancies delivered from January 2003 to December 2006 was carried out. Maternal and perinatal data were obtained from hospital charts and delivery logs. Chorionicity was determined by ultrasonography or histopathological study. RESULTS: Incidence of twin gestations was 3.4% and 96.4% were spontaneously conceived. 60.5% were dichorionic (DC, 30.8% of monochorionic diamniotic (MCDA, 6.6% monochorionic monoamniotic (MCMA and for 2.1% chorionicity was unknown. The mean gestation age at delivery was respectively 35.4, 33.6, 32.9 for DC, MCDA and MCMA. The mean birth weight was 2.171, 1.832 and 1.760 g respectively for DC, MC and MCMA. The proportion of fetuses delivered with less than 34 weeks in DC was of 21.7%, while in MCDA it was of 39.3% and in MCMA of 42.1%. Birth weight below the 10th centile occurred in 15.7% for DC, 22.5% for MCDA and 26.3% in MCMA. Congenital anomalies were observed in 21.3% in monochorionic and in 7.4% in the dichorionic. Lenght of hospital stay was shorter for DC when compared to MCDA and MCMA twins (13.1, 17.3 and 23.3 days, respectively. The proportion of twin pregnancies with both babies discharged alive were 85.7% in DC and 61.1% in MC. CONCLUSION: The rate of preterm deliveries and low birth weight is higher in monochorionic pregnancies when compared to dichorionic twins. However, when adjusted for complications such as fetal abnormalities and twin-twin transfusion syndrome, double survival rates were similar in the two groups.OBJETIVO: Avaliar o resultado perinatal nas gestações gemelares com partos em hospital universitário segundo a corionicidade. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 289 gestações gemelares com partos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no per

  10. Distúrbios evacuatórios em primigestas após parto normal: estudo clínico Evacuatory disorders in primigravidae after vaginal delivery: clinical study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Auxiliadora Prolungatti Cesar

    2011-06-01

    Full Text Available Introdução: Os distúrbios evacuatórios são descritos na literatura relacionados ao parto normal e episiotomia. Objetivo: Estudar a incidência de distúrbios evacuatórios em primíparas submetidas à episiotomia, durante o parto normal. Métodos: Estudo prospectivo em 32 pacientes primíparas, submetidas à episotomia durante parto vaginal. Para realização do estudo as pacientes reSponderam os questionários com o score de constipação de Agachan e score de incontinência de Jorge e Wexner, em relação ao período pré-gestacional e 90 dias após o parto. Resultados: Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes quando comparados os resultados dos questionários aplicados, em relação ao período pré-gestacional e 90 dias pós-parto. Conclusões: Não observamos alterações da constipação e continência fecal em primigestas após parto normal com episiotomia.Introduction: Evacuatories disturbances are described in the literature related to vaginal delivery and episiotomy. Objective: To study the incidence of evacuatories disturbances in primiparous undergoing episiotomy during vaginal delivery. Methods: Prospective study in 32 primiparous patients submitted to episotomy during vaginal delivery. For the study the patients answered in relation to the period before pregnancy and 90 days postpartum questionnaires with the score of Agachan constipation and incontinence score of Jorge and Wexner. Results: No statistically significant differences were found when comparing the results from the questionnaires in relation to the period before pregnancy and 90 days postpartum. Conclusions: Episiotomy in vaginal delivery in primiparous women with no prior history of intestinal symptoms, caused no disorders of anal continence postpartum in the pacients of this study.

  11. Estudo ultra-sonográfico da involução uterina pós-parto em cadelas Ultrasonography study of the post-partum uterine involution in bitches

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.T.S. Ferri

    2002-02-01

    Full Text Available Utilizando-se 15 cadelas no pós-parto, são descritas as características da involução uterina e determinado o diâmetro do útero, por meio de exames seriados de ultra-som em modo B (tempo real, no período de zero a 28 dias pós-parto. O diâmetro uterino declina progressivamente, sem influência da ordem de parto ou tamanho da ninhada. As características ultra-sonográficas do útero são melhor visualizadas na primeira semana pós-parto e a qualidade da imagem diminui com o progresso da involução. Pela técnica usada são visualizadas apenas três camadas constituintes da parede uterina.The ultrasonographic characteristics and the involution of the uterus were described in 15 pregnant bitches by serial B-mode (real time technique at period of 0 to 28 days postpartum. The uterine diameter decreased progressively, without influence of parity or litter size. The ultrasonographic image of the uterus is better view in the first week and the image quality is poor at subsequent weeks. The uterus was composed of only three ecographic layers.

  12. Evolução do comprimento cervical uterino na gestação, avaliado pela ultra-sonografia transvaginal Changes in cervical length during pregnancy measured by transvaginal ultrasound

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Antônio de Oliveira Freitas-Júnior

    2003-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a evolução do comprimento cervical uterino, ao longo da gestação, avaliado por meio da ultra-sonografia transvaginal. MÉTODOS: foi realizado estudo prospectivo, longitudinal, no qual 82 gestantes hígidas foram acompanhadas desde o início da gestação, das quais 49 mantiveram o seguimento até o parto sem complicações da gravidez, sendo examinadas a cada quatro semanas, e agrupadas, conforme a paridade, em nulíparas ou com um ou mais partos anteriores. O comprimento do colo uterino foi avaliado em vista sagital pela ultra-sonografia transvaginal, com a medida linear da distância entre os orifícios cervicais interno e externo. RESULTADOS: as médias de comprimento do colo uterino, bem como os percentis 5, 25, 50, 75 e 95, em função da idade gestacional, não diferiram significativamente entre os grupos estudados (p>0.05. No intervalo entre a 20ª e a 24ª semana gestacional o comprimento cervical variou entre 28, 35 e 47,2 mm, com os percentis 5, 50 e 95, respectivamente. O comprimento cervical uterino diminuiu progressivamente ao longo da gestação normal, sendo esse encurtamento significativo após a 20ª semana de gravidez e mais expressivo após a 28ª semana (pPURPOSE: to establish a normality curve of cervical length during pregnancy measured by transvaginal ultrasonography. METHODS: we conducted a prospective, longitudinal study on 82 healthy pregnant women who were followed up from the beginning of pregnancy to delivery at four-week intervals, of whom 49 concluded the study. Patients were divided according to parity into nulliparous women and women with one or more previous deliveries. Cervical length was measured in a sagittal view by transvaginal ultrasonography, as the linear distance between internal and external cervical os. RESULTS: no significant difference was observed in mean cervical length or the 5th, 25, 50th, 75th, or 95th percentile according to gestational age between groups (p>0

  13. Assistência ao parto em São Leopoldo (RS: um estudo de base populacional Assistance to obstetrical deliveries in São Leopoldo, Rio Grande do Sul State: a population-based study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth Schreiner

    2010-06-01

    Full Text Available O objetivo foi descrever as condições estruturais de assistência ao parto, estabelecer o percentual de cesarianas, as características de atenção ao parto e verificar a associação do tipo e presença de pediatra no parto com variáveis socioeconômicas. Foi realizado um estudo transversal de base populacional, incluindo 840 mulheres de 20 a 49 anos residentes na zona urbana de São Leopoldo (RS. Entre as 840 mulheres entrevistadas na pesquisa, 36 (4,3% tiveram filho nos doze meses anteriores à realização da pesquisa. O percentual de mulheres que tiveram parto cesáreo foi de 52,8%. Quanto à realização do parto, 97,2% foram feitos por médico e 72,2% das mulheres referiram a presença de pediatra no momento do parto. O financiamento do parto ocorreu em 68,6% dos casos pelo SUS, 20% foram financiados pelos planos privados de saúde e 11,4% foram pagos de forma particular. O parto cesáreo foi menos frequente entre as mulheres de nível socioeconômico mais baixo (RP 0,42; IC95% 0,20-0,86. Verificou-se que 30,4% das mulheres que receberam cuidados pelo SUS não manifestaram presença de pediatra no momento do parto. Foram encontradas evidências mostrando a associação de tipo de parto e variáveis que expressam classe econômica, sendo possível afirmar que a remuneração interfere no tipo de parto.The study was carried out to describe the deliveries structural conditions, characteristics of assistance to the deliveries, to establish the percentage of cesarean section, and to verify the association between the presence of the pediatrician and the type of childbirth with socioeconomic variables. A cross-sectional population-based study was carried out including 840 women from 20 to 49 years old resident in São Leopoldo, Rio Grande do Sul State. Among them, 36 (4.3% had children within 12 months prior the research. The percentage of women who had caesarian delivery was 52.8%. Regarding the obstetric delivery, 97.2% had been assisted

  14. Fatores maternos e neonatais associados ao mecônio no líquido amniótico em um centro de parto normal Factores maternos y neonatales asociados al meconio en el líquido amniótico en un centro de parto normal Meconium-stained amniotic fluid and maternal and neonatal factors associated

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Hitomi Osava

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a frequência e os fatores maternos e neonatais associados ao mecônio no líquido amniótico no parto. MÉTODOS: Estudo transversal com 2.441 nascimentos em um centro de parto normal hospitalar em São Paulo, SP, em março e abril de 2005. A associação entre mecônio no líquido amniótico e as variáveis independentes (idade materna, paridade, ter ou não cesariana prévia, idade gestacional, antecedentes obstétricos, uso de ocitocina no trabalho de parto, dilatação cervical na admissão, tipo do parto atual, peso do RN, índice de Apgar de 1º e 5º minutos de vida foi expressa como razão de prevalência. RESULTADOS: Verificou-se mecônio no líquido amniótico em 11,9% dos partos; 68,2% desses foram normais e 38,8%, cesarianas. O mecônio esteve associado a: primiparidade (RP = 1,49; IC95% 1,29;1,73, idade gestacional ≥ 41 semanas (RP = 5,05; IC95% 1,93;13,25, ocitocina no parto (RP = 1,83, IC95% 1,60;2,10, cesariana (RP = 2,65; IC95% 2,17;3,24 e índice de Apgar OBJETIVO: Analizar la frecuencia y los factores maternos y neonatales asociados al meconio en el líquido amniótico en el parto. MÉTODOS: Estudio transversal con 2.441 nacimientos en un centro de parto normal hospitalario en Sao Paulo, SP, en marzo y abril de 2005. La asociación entre meconio en el líquido amniótico y las variables independientes (edad materna, paridad, tener o no cesárea previa, edad de gestación, antecedentes obstétricos, uso de ocitocina en el trabajo de parto, dilatación cervical en la admisión, tipo de parto actual, peso del RN, índice de Apgar de 1º y 5º minutos de vida fue expresada como el cociente de prevalencia. RESULTADOS: Se verificó meconio en el líquido amniótico en 11,9% de los partos; 68,2% de estos fueron normales y 38,8%, con cesárea. El meconio estuvo asociado a: primiparidad (RP = 1,49; IC95% 1,29;1,73, edad de gestación ≥ 41 semanas (RP = 5,05; IC95% 1,93;13,25, ocitocina en el parto (RP = 1,83, IC

  15. Rectal temperatures in postpartum cows/ Avaliação da temperatura retal em vacas leiteiras no pós-parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Helena Venturolli Perri

    2001-08-01

    Full Text Available The purpose of this study was to evaluate parturition data with the rectal temperature in the early postpartum period of dairy cows. One hundred and eighty cows were randomly selected between September 1999 and July 2000, in seven dairy farms located in the Northwest region of São Paulo, Brazil. For the first ten days postpartum, rectal temperature (RT was taken between 5:00 and 8:00 a.m. using an electronic thermometer (M525 - GLA Agricultural Electronics, San Luis Obispo, CA 93401-7500. Cows with RT>39,5°C were enrolled and other signs like calving difficulties, dystocia due to twins, fetal membrane retention, ill appearance, off-feed, milk production and vaginal discharge were recorded. Significant association was observed between vaginal discharge and fever. Considering 180 animals, 26 (14,4% showed vaginal discharge, among them ten (38,5% were pyretic, while in cows without vaginal discharge only 27 (17,5% showed higher rectal temperatures. Difficult parturition and retained membranes also were statistically different, 37 cows (20,6% presented dystocia, among them eight (21,6% had retention of the afterbirth, while in the cows with normal parturition only six (4,2% showed retention of the fetal membranes. It was observed that cows with or without retained fetal membranes did not show clinical signs less a transitory reduction of appetite and milk production. This daily monitoring of rectal temperature represents an aditional tool indicating precociously reprodutive alterations, like uterine infections, maximizing milk production and future uterine performance.O trabalho teve como objetivo correlacionar dados da parturição com o acompanhamento diário da temperatura retal no pós-parto imediato em fêmeas bovinas. Foram selecionadas aleatoriamente 180 vacas leiteiras provenientes de sete propriedades, em Araçatuba (SP e região, sendo monitoradas durante o puerpério precoce, no período de setembro de 1999 a julho de 2000. Do primeiro

  16. Pure-transvaginal natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES ovariohysterectomy in bitches: a preliminary feasibility study Ovário-histerectomia transvaginal pura por abordagem endoscópica transluminal por orifícios naturais (NOTES em cadelas: estudo preliminar de factibilidade da técnica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Augusto Machado Silva

    2012-07-01

    Full Text Available Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES is a relatively new surgical access for minimally invasive surgery, which is being widely studied in human medicine. However, few studies focusing on its applicability in the small animal practice have been performed so far. The aim of the current study was to evaluate the feasibility of pure-NOTES transvaginal ovariohysterectomy in bitches. Five bitches were evaluated. The abdomen was accessed through an 11mm trocar inserted through a vaginal incision. Using a rigid endoscope with working channel, the ovarian pedicles were coagulated and sectioned using bipolar diathermy. The uterine horn was pulled into the trocar and exteriorized along with the cannula. The uterine body and vessels were coagulated or ligated. The uterine stump was replaced into the abdominal cavity and the pneumoperitoneum drained. Pure-NOTES OHE was successfully accomplished in four out of five bitches. In the first try, it was converted to a hybrid-NOTES technique due to instrument failure. Mean surgical time was 52.1 (SD±11.5 minutes for the pure-NOTES technique. Pure-NOTES OHE is feasible in bitches, which may result in no major complications and excellent surgical recovery.Cirurgia endoscópica por orifícios naturais (NOTES constitui um acesso cirúrgico relativamente novo para abordagem minimamente invasiva, a qual vem sendo amplamente estudada na medicina humana. Porém, poucos estudos envolvendo sua aplicação na prática cirúrgica de pequenos animais foram realizados até o momento. O objetivo do presente estudo foi avaliar a factibilidade da ovário-histerectomia transvaginal por NOTES pura em cadelas. Cinco cadelas foram avaliadas. A cavidade abdominal foi acessada por um trocarte de 11mm introduzido por uma incisão vaginal. Empregando-se um endoscópio rígido com canal de trabalho, os pedículos ovarianos foram coagulados e seccionados usando-se diatermia bipolar. O corno uterino foi tracionado para o

  17. Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Tavares

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. A yes answer on one of the six interview questions was considered a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73 times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96 times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. Uma resposta afirmativa a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73 em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96 àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um n

  18. Fatores psicossociais e sociodemográficos associados à depressão pós-parto: Um estudo em hospitais público e privado da cidade de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Lima Salum e Morais

    2015-03-01

    Full Text Available ResumoO estudo avaliou a prevalência de depressão pós-parto (DPP e fatores associados em mulheres que deram à luz em dois hospitais da cidade de São Paulo: um público e outro privado. Foram aplicados questionários padronizados, a Escala de Depressão Pós-parto de Edimburgo (EDPE e a Escala de Apoio Social de MOS (EAS a 462 mulheres: 205, no hospital público e 257, no privado. Foram obtidos dados sociodemográficos, psicossociais, obstétricos e do recém-nascido (RN. Consideraram-se deprimidas mulheres com 12 ou mais pontos na EDPE, aplicada no 3º ou 4º mês após o parto. No hospital público, a prevalência de DPP foi de 26% e, no privado, de 9%. Características dos RN foram semelhantes nas duas amostras; idade, escolaridade, número de visitas de pré-natal e de cesarianas das mães foram maiores no hospital privado. Análise de regressão envolvendo características psicossociais das participantes revelou associação positiva de DPP com depressão anterior e com frequência de conflitos com o parceiro e relação negativa com anos de escolaridade e escore de apoio social.

  19. Estado nutricional de nutrizes adolescentes em diferentes semanas pós-parto Nutritional status of lactanting adolescents in different postpartum weeks

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Blondet de Azeredo

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as modificações do estado nutricional de nutrizes adolescentes em diferentes momentos no pós-parto. MÉTODO: estudo do tipo analítico observacional longitudinal, com acompanhamento de 50 nutrizes adolescentes da 5ª a 15ª semana pós-parto (SPP. O estado nutricional foi avaliado na 5ª, 10ª e 15ª SPP, com uso do Índice de Massa Corporal (IMC/idade. Foi utilizado o método colorimétrico para avaliação da hemoglobina e microcentrifugação para o hematócrito. Usou-se ANOVA com medidas de repetição e Tukey como pós-teste, para comparação das médias. Trabalhou-se com nível de significância de 5%. RESULTADOS: observou-se modificação no estado nutricional do período pré-gestacional para a 15ª SPP, com diminuição na frequência de voluntárias com baixo peso (de 21% para 9% e aumento nos casos de sobrepeso (de 21% para 27% e eutrofia (58% para 64%. Apesar de, em média, as concentrações de hemoglobina (12,3±1,7g/dL e hematócrito (39,0±4,0% apresentarem-se adequados, observou-se grande frequência de anemia (30% durante todo o período estudado. CONCLUSÃO: os resultados mostram incremento no peso corporal em função do tempo de lactação, aumentando o problema da obesidade na adolescência. Também foi apontado que a anemia é um problema nutricional, não apenas durante a gestação, mas também na lactação em adolescentes. Portanto, deve-se prevenir e tratar possíveis deficiências nutricionais subclínicas existentes neste momento biológico.PURPOSE: to evaluate changes in the nutritional status of lactating adolescents in different postpartum weeks. METHOD: this is an analytical, observational, longitudinal study. Lactating adolescents were followed-up from the 5th to the 15th postpartum week (PPW. The nutritional status was evaluated in the 5th, 10th and 15th PPW by the Body Mass Index (BMI/age. A colorimetric method was used to determine hemoglobin level and microcentrifugation to define

  20. Avaliação de desfechos perinatais/infantis em partos de pacientes com transtornos mentais maiores de um hospital psiquiátrico do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Krauss Pereira

    2014-08-01

    Full Text Available Desfechos perinatais/infantis constituem as principais causas de morbi-mortalidade infantil em países em desenvolvimento como o Brasil. Dentre os fatores de risco, está a presença de transtornos mentais maternos. Foi realizado um estudo longitudinal retrospectivo baseado no seguimento passivo por meio do método de linkage probabilístico para verificar a prevalência de desfechos perinatais/infantis em pacientes internadas em um hospital psiquiátrico público do Rio de Janeiro, Brasil, que tiveram partos durante o período de 1999 a 2009. As prevalências encontradas foram: baixo peso ao nascer (27,6%, prematuridade (17,4%, malformações (2,5%, óbitos fetais (4,8% e neonatais (3,7%, sendo fatores associados o cuidado pré-natal insatisfatório, a presença de esquizofrenia e a baixa renda familiar. Os resultados reforçam que a prevalência de desfechos perinatais/infantis é elevada em mães com transtornos mentais maiores, sendo fundamental o rastreamento de sintomas psiquiátricos e o acompanhamento especializado por profissionais da saúde mental durante a assistência pré e pós-parto.

  1. Transvaginal ultrasonography of rectal endometriosis

    DEFF Research Database (Denmark)

    Egekvist, Anne Gisselmann; Seyer-Hansen, Mikkel; Forman, Axel

    Objectives: The aim of this present study was to evaluate the interobserver variation of transvaginal ultrasonographic measurements of endometriosis infiltrating the rectosigmoid wall. Methods: Transvaginal ultrasonography was performed independently by two observers. Observer 1 had several years...... of experience in ultrasonography while observer 2 was a medical student with no prior experience in ultrasonography or endometriosis. In 24 patient length, width and depth of endometriosis infiltrating the rectosigmoid bowel was measured. The differences between the observers were analysed by Bland and Altman...... for a relatively short period gives comparable scanning results between the two observers. It seems that transvaginal ultrasound could be used as a diagnostic tool for rectal endometriosis in most departments. However, the irregular morphology of the lesions makes the measurements very complex, and a strict...

  2. Via de parto e risco para mortalidade neonatal em Goiânia no ano de 2000 Obstetric delivery and risk of neonatal mortality in Goiânia in 2000, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth Rocha Peixoto Giglio

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar os fatores responsáveis pela associação entre via de parto normal e maior mortalidade neonatal, em coorte de recém-nascidos. MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectiva, constituído por meio do sistema de linkage a partir dos arquivos do Sistema de Informações de Nascimentos e do Sistema Informações de Mortalidade, onde foram incluídos todos os recém-nascidos de Goiânia, no ano de 2000. Foi realizada análise estratificada da via de parto e das categorias de hospital de nascimento por fatores de risco para a mortalidade neonatal, com cálculo do Risco Relativo, com nível de significância de 5%. As associações estatísticas foram analisadas utilizando o teste qui-quadrado com nível de significância de 5%. RESULTADOS: O parto normal foi mais realizado que o operatório em situações de maior risco para a morte neonatal. Os hospitais públicos, onde o parto normal foi mais freqüente, atenderam a população de maior risco para a morte neonatal. Os hospitais privados sem atendimento ao Sistema Único de Saúde realizaram a cesariana em 84,9% dos casos. Nesses serviços, o parto normal foi realizado principalmente em situações de risco para a morte neonatal como: prematuridade extrema e muito baixo peso ao nascer. CONCLUSÕES: A associação entre parto normal e maior ocorrência de óbito neonatal decorreu de viés de seleção devido à distribuição das gestantes na rede hospitalar e, ainda, da realização quase universal de cesarianas em gestações de baixo risco e do parto normal nas gestações de alto risco para a morte neonatal.OBJECTIVE: To determine factors associated to vaginal delivery and increased neonatal mortality in cohort studies of newborns. METHODS: A retrospective cohort study was carried out using linkage data from the Information System on Live Births and Mortality Data System database, which included all newborns in Goiânia for the year 2000. A stratified analysis of delivery routes

  3. Parto vertical em hospital universitário: série histórica, 1996 a 2005 Vertical-position births at a University Hospital: a time-series study, 1996 to 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odaléa Maria Brüggemann

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: descrever a evolução do número de partos horizontais e verticais na maternidade do Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil, e avaliar a associação dos mesmos com a taxa de cesárea, de internações dos recém-nascidos em unidade de tratamento intensivo e semi-intensivo e as transfusões sanguíneas maternas. MÉTODOS: estudo descritivo -série histórica. Foram incluídos todos os partos, as internações dos recémnascidos na Unidade de Terapia Intensiva e as transfusões sanguíneas maternas ocorridas de 1996 até 2005. Para testar as tendências, utilizou-se o método de Prais-Winsten para regressão linear generalizada. RESULTADOS: em 1996 a porcentagem de partos verticais era 5,4% e em 2005 foi 52,3%. A variação média anual dos partos verticais foi de +20,8% (p=0,007 e dos partos horizontais de -15,2% (pOBJECTIVES: to describe the evolution of the number of horizontal and vertical births in the maternity ward of the University Hospital of the Federal University of Santa Catarina, Brazil and to evaluate their correlation with the rates for caesarian, for transfer of newborns to intensive and semi-intensive care units, and maternal blood transfusions. METHODS: a time-series study. All births resulting in newborns being transferred to the Intensive Care Unit, and the maternal blood transfusions obstetrics ward between 1996 and 2005 were included in this study. In order to test the tendencies, the Prais-Winsten generalized linear regression method was used. RESULTS: in 1996 the percentage for vertical births was 5.4% and in 2005 52.3%. The average annual variance for vertical births was +20.8% (p=0.007, and for horizontal births -15.2% (p<0.001. Caesarian births showed a tendency to stabilize (p=0.243. There was a decrease of in the number of newborns transferred to the neonatal intensive care unit, 6.1% per year (p=0.001 and in the need of maternal blood transfusions (5.2% -p<0.01. CONCLUSIONS: the

  4. Freqüência de lesões perineais ocorridas nos partos vaginais em uma instituição hospitalar Frecuencia de lesiones perineales ocurridos en los partos naturales en una institución hospitalaria Frequency of perineal lesions occurred during natural child labour in a hospital institution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline de Oliveira Santos

    2008-12-01

    Full Text Available Durante o parto normal, a maioria das mulheres sofre algum tipo de lesão perineal, em razão de lacerações espontâneas ou como conseqüência da incisão cirúrgica - episiotomia. Este estudo, do tipo descritivo, com abordagem quantitativa, visa levantar a freqüência de lesões perineais ocorridas em mulheres durante o parto vaginal em uma instituição hospitalar que exerce a obstetrícia tradicional. A amostra foi composta por 279 prontuários de mulheres que pariram na instituição durante o período de julho a dezembro de 2006. Em 11,82% dos prontuários não foi relatada a ocorrência de lesões. A episiotomia foi realizada em 86,99% das mulheres, 3,25% sofreram episiotomia e lacerações perineais de 1° e 2° graus, 9,76% tiveram o períneo íntegro. A prática da episiotomia não foi justificada nos prontuários, sua realização ocorreu sem qualquer enfoque seletivo, sendo praticada rotineiramente na instituição, demonstrando que ainda persiste o desrespeito aos direitos humanos adquiridos pelas mulheres.Durante el proceso de parto normal, la mayoría de las mujeres sufre algún tipo de trauma del períneo, debido a laceraciones espontáneas del períneo o por la incisión quirúrgica - las episiotomías. Este estudio de tipo descriptivo con un abordaje cuantitativo y intenta registrar el número y frecuencia de de traumas perineales ocurridos en mujeres durante el parto normal en una instituición hospitalar que practica obstetricia tradicional. La muestra fue recogida de 279 casos clínicos de mujeres que tuvieron partos normales en la institución, durante el período de julio a diciembre de 2006. En 11,82% de los casos no hubo relatos de. La episiotomía fue practicada en 86.99% de las mujeres, 3.25% sufrieron de episiotomía y de laceraciones de primero y segundo grados, 9.76% tuvieron el períneo intacto. Por lo tanto, concluímos que la episiotomía es practicada rutinariamente sin justificación y sin enfoque selectivo

  5. Resultados neonatais no parto vaginal espontâneo comparados aos dos partos com fórcipe de Simpson-Braun em primíparas Neonatal outcome of spontaneous deliveries as compared to Simpson-Braun forceps deliveries in nulliparous women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Belmiro Gonçalves Pereira

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar os resultados neonatais dos partos vaginais espontâneos ou assistidos com fórcipe de Simpson-Braun em nulíparas. MÉTODO: em estudo de corte retrospectivo foram avaliados dois grupos de primíparas atendidas no Centro Obstétrico do CAISM/UNICAMP, que tiveram parto vaginal sob analgesia epidural. O grupo fórcipe foi formado por 119 pacientes que tiveram parto a fórcipe de Simpson-Braun, e o grupo normal por 114 casos de parto vaginal espontâneo. Foram estudadas as variáveis neonatais imediatas como o estado do líquido amniótico e os índices de Apgar, assim como a evolução neonatal nos primeiros dias de vida. Para análise estatística foram utilizados os testes c², exato de Fisher e t de Student para comparação de médias e considerada significativa a diferença correspondente a pPURPOSE: to compare maternal and neonatal outcomes between spontaneous vaginal and Simpson-Braun forceps deliveries in nulliparous women. METHOD: a retrospective study including two groups of nulliparous women, who had vaginal delivery under peridural anesthesia in the obstetric unit of the CAISM-UNICAMP: the forceps group included 119 women who had Simpson-Braun forceps delivery, and the normal group included 114 women who delivered spontaneously. Neonatal outcomes, such as Apgar score and the evolution in the first days of life, were studied. Data were compared in both groups and, for statistical analysis, c² test, Fisher exact, and Student t tests were used. The differences were considered significant when p<0.05. RESULTS: the indications for Simpson-Braun forceps delivery were maternal-fetal relief (90 cases and abbreviation of the expulsive period (29 cases. In the forceps group there were 8 cases (6.7% of vaginal injuries; a similar result was observed in the normal group. The number of hospitalization days for the parturient and the newborns was identical, 2.4 days. The newborns in the two groups had similar Apgar scores

  6. Transvaginal Appendectomy: A Systematic Review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mehmet Ali Yagci

    2014-01-01

    Full Text Available Background. Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES is a new approach that allows minimal invasive surgery through the mouth, anus, or vagina. Objective. To summarize the recent clinical appraisal, feasibility, complications, and limitations of transvaginal appendectomy for humans and outline the techniques. Data Sources. PubMed/MEDLINE, Cochrane, Google-Scholar, EBSCO, clinicaltrials.gov and congress abstracts, were searched. Study Selection. All related reports were included, irrespective of age, region, race, obesity, comorbidities or history of previous surgery. No restrictions were made in terms of language, country or journal. Main Outcome Measures. Patient selection criteria, surgical techniques, and results. Results. There were total 112 transvaginal appendectomies. All the selected patients had uncomplicated appendicitis and there were no morbidly obese patients. There was no standard surgical technique for transvaginal appendectomy. Mean operating time was 53.3 minutes (25–130 minutes. Conversion and complication rates were 3.6% and 8.2%, respectively. Mean length of hospital stay was 1.9 days. Limitations. There are a limited number of comparative studies and an absence of randomized studies. Conclusions. For now, nonmorbidly obese females with noncomplicated appendicitis can be a candidate for transvaginal appendectomy. It may decrease postoperative pain and enable the return to normal life and work off time. More comparative studies including subgroups are necessary.

  7. Avaliação da atenção ao parto por adolescentes em um hospital universitário Evaluation of birthing care provided to adolescents in a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleci de Fátima Enderle

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a atenção ao parto na ótica de adolescentes assistidas em um hospital universitário. MÉTODOS: estudo quantitativo, descritivo, desenvolvido em um hospital universitário do Sul do Brasil. A amostra foi 269 adolescentes, entre 10 e 19 anos, de julho de 2008 a outubro de 2009. A coleta de dados foi com entrevista acerca das práticas de parto normal. Para análise estatística, foi utilizado o Teste Exato de Fisher. Os achados foram comparados com as práticas recomendadas à atenção perinatal preconizados pelo Ministério da Saúde (MS. RESULTADOS: a posição litotômica adotada em 99% dos casos; a episiotomia foi realizada em 89,6% das parturientes; os toques vaginais foram realizados por mais de um examinador em 69,4% dos partos; a cateterização venosa profilática de rotina foi instalada em 91,8% das adolescentes e a restrição hídrica e alimentação esteve presente em 87,4 %. Estes achados não condizem com as orientações preconizadas pelo MS acerca da atenção ao parto. CONCLUSÕES: muitas condutas recomendadas pelo MS para o parto são desconsideradas na instituição em estudo, precisando ser revistas de modo a contemplar as diretrizes do MS.OBJECTIVES: evaluate birthing care from the perspective of adolescents seen at a university hospital. METHODS: a quantitative descriptive study deve-loped at a university hospital in the south of Brazil. The research sample was comprised of 269 adolescents, between 10 and 19 years of age, from July 2008 to October 2009. The data was collected through interviews about the practices of vaginal childbirth. Statistical analysis was performed using Fisher's Exact Test. The fin-dings were then compared with the recommended practices for perinatal care recommended by the Ministry of Health (MH. RESULTS: the lithotomic position was adopted in 99% of cases; an episiotomy was performed on 89.6% of delivering women; digital vaginal examinations were conducted by more than one

  8. Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeiras de 2005 a 2009 em Florianópolis, SC Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeras de 2005 a 2009 en Florianópolis, Sur de Brasil Outcomes of planned home birth assisted by nurses, from 2005 to 2009, in Florianópolis, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Green Koettker

    2012-08-01

    Full Text Available Estudo transversal sobre resultados obstétricos e neonatais dos partos domiciliares planejados assistidos por enfermeiras obstétricas em Florianópolis, SC. Dados coletados nos prontuários de 100 parturientes assistidas de 2005 a 2009 apontam 11 transferências hospitalares, sendo nove submetidas a cesariana. A maioria das que pariram no domicílio apresentou batimentos cardíacos fetais (94,0% e evolução no partograma normais (61,0%, adotou posição vertical na água, no período expulsivo (71,9%, e os recém-nascidos receberam Apgar do 5° minuto > 7 (98,9%. A frequência de episiotomia foi 1,0%, 49,4% não necessitaram sutura perineal. Os resultados indicam que o parto domiciliar é seguro.Estudio transversal sobre resultados obstétricos y neonatales de los partos domiciliares planificados asistidos por enfermeras obstétricas en Florianópolis, Sur de Brasil. Datos colectados en los prontuarios de 100 parturientas asistidas de 2005 a 2009, señalan 11 transferencias hospitalarias, siendo nueve sometidas a cesárea. La mayoría de las que parieron en el domicilio presentó pulsaciones cardíacas fetales (94,0% y evolución en el partograma normales (61,0%, adoptó posición vertical en el agua, en el período expulsivo (71,9%, y los recién nacidos recibieron Apgar al 5° minuto >7 (98,9%. La frecuencia de episiotomía fue 1,0%, 49,4% no necesitaron sutura perineal. Los resultados indican que el parto domiciliar es seguro.A cross-sectional study was performed to analyze obstetric and neonatal results of planned home births assisted by obstetric nurses in the city of Florianópolis, Southern Brazil. Data collected from the medical records of 100 parturient women cared for between 2005 and 2009 indicated 11 hospital transfers, nine of which underwent a Cesarean section. The majority of women who had a home birth showed normal fetal heart beat (94.0% and progress on the partogram (61.0%, vertical water delivery was the position most

  9. Modelos de assistência ao parto e taxa de cesárea em diferentes países Modelos de asistencia al parto en diferentes países y tasa de cesárea Models of childbirth care and cesarean rates in different countries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Eduardo Maluf Patah

    2011-02-01

    Full Text Available Revisão bibliográfica que descreve as taxas de cesárea em diferentes países e os modelos de atenção ao parto de acordo com o uso de tecnologias assistenciais. Foram analisados 60 estudos publicados entre 1999 e 2010, obtidos nas bases de dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e ProQuest. O modelo de assistência obstétrica praticado no país baseia-se na relação médico-paciente, ao grau de utilização de tecnologias e à realização do parto cesáreo.Revisión bibliográfica que describe las tasas de cesárea en diferentes países y los modelos de atención al parto de acuerdo con el uso de tecnologías asistenciales. Se analizaron 60 estudios publicados entre 1999 y 2010, obtenidos en las bases de datos de la Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Brasil y ProQuest. El modelo de asistencia obstétrica practicado en Brasil es embasado en la relación médico-paciente, con el grado de utilización de tecnologías y con la realización del parto por cesárea.The paper reports the results of a literature review on cesarean rates and models of childbirth care in different countries according to their utilization of technology. There were reviewed 60 studies published between 1999 and 2010 retrieved from the Brazilian Federal Agency for Support and Evaluation of Graduate Education (CAPES and ProQuest databases. The Brazilian model of childbirth care relies on the physician-patient relationship, level of technology utilization and cesarean delivery.

  10. Significant differences in cesarean section rates between a private and a public hospital in Brazil Diferença notável nas taxas de parto cesariano em hospital público e hospital privado no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli de Almeida

    2008-12-01

    Full Text Available This paper evaluates the association of maternal variables and of variables related to prenatal and delivery care with cesarean sections at a public and at a private maternity. A retrospective cross-sectional study was performed at a public maternity clinic (2,889 deliveries and at a private maternity clinic (2,911 deliveries in the city of Ribeirão Preto, São Paulo State, Brazil. The prevalence of cesarean sections was 18.9% at the public maternity clinic and 84.3% at the private one. The factors associated with cesarean sections at both hospitals were: mothers from other cities, aged > 25 years and with hypertension. Having more than one child was a protective factor. At the public hospital, cesarean sections were more frequent on Wednesdays and from 12:00 to 23:59 hours of any day of the week, whereas at the private hospital they occurred on any day, though were less common on Sundays, and at any time except in the early morning. At the private hospital, cesarean sections were more frequent when performed by the doctor who had provided the prenatal care. Non-medical factors were more associated with cesarean sections in the private maternity clinic than biological or clinical factors related to pregnancy.Este artigo avalia a associação de variáveis maternas e aquelas relacionadas ao cuidado pré-natal e ao parto com a ocorrência de cesáreas em um hospital público e em um hospital privado. Um estudo de corte transversal, retrospectivo, foi desenvolvido em uma maternidade pública (2.889 partos e em uma maternidade privada (2.911 partos em Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. A prevalência de cesárea foi 18,9% e 84,3%, respectivamente, na maternidade pública e na particular. Os fatores associados ao parto cesariano nos dois hospitais foram: mães procedentes de outras cidades, com idade > 25 anos e hipertensas. Ter mais de um filho foi fator protetor. No hospital público, a cesárea foi mais freqüente às quartas-feiras e das 12h00

  11. Acurácia da histerossonografia versus ultrassonografia transvaginal em mulheres inférteis candidatas às técnicas de reprodução assistida Sonohysterography accuracy versus transvaginal ultrasound in infertile women candidate to assisted reproduction techniques

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Rocha Vilela

    2012-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a acurácia diagnóstica da histerossonografia (HSN com a da ultrassonografia transvaginal convencional (USG na avaliação da cavidade uterina de mulheres inférteis candidatas às técnicas de reprodução assistida (TRA. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal comparativo com 120 mulheres inférteis candidatas à TRA, acompanhadas no Centro de Reprodução Assistida (CRA do Hospital Regional da Asa Sul (HRAS, Brasília - DF, no período compreendido entre agosto de 2009 e novembro de 2010. A HSN foi realizada com infusão de soro fisiológico em sistema fechado. Comparou-se o achado da HSN com o resultado da USG prévia. A cavidade uterina foi considerada anormal quando se visualizava: endométrio com espessura superior à esperada para a fase do ciclo; pólipo endometrial; mioma submucoso e alteração do formato da cavidade do útero. A análise estatística foi feita utilizando-se frequências absolutas, valores percentuais e o teste χ² com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Observamos que 92 (76,7% mulheres inférteis, candidatas à TRA, apresentavam cavidade uterina normal pela HSN e em 28 (23,3% foram detectadas as seguintes alterações: 15 pólipos (12,5%, nove alterações no formato da cavidade uterina (7,5%, 6 miomas submucosos (5%, 4 espessura endometrial anormal (3,3% para a fase do ciclo menstrual e 2 septos uterinos (1,7%; 5 mulheres apresentavam mais de uma alteração (4,2%. Enquanto a USG observou alterações da cavidade uterina apenas em 5 (4,2% mulheres, a HSN confirmou 4 das 5 alterações detectadas pela USG e detectou alterações na cavidade uterina em outras 24 mulheres que não tinham sido detectadas na USG, ou seja, a HSN foi capaz de detectar mais alterações na cavidade uterina do que a USG, com diferença significativa (p=0,002. CONCLUSÃO: A HSN tem maior acurácia que a USG na avaliação da cavidade uterina, neste grupo de mulheres inférteis candidatas às TRA. A HSN poder

  12. Características da assistência ao trabalho de parto e parto em três modelos de atenção no SUS, no Município de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil Characteristics of labor and delivery care in three healthcare models within the Unified National Health System in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibylle Emilie Vogt

    2011-09-01

    Full Text Available Estudo transversal com 831 gestantes, de risco habitual, sobre o manejo do trabalho de parto num Centro de Parto Normal (CPN, num hospital vencedor do título "Galba de Araújo" (HG e numa maternidade com modelo assistencial prevalente (HP. O uso da ocitocina no CPN foi de 27,9%, no HG 59,5% e no HP 40,1%, enquanto a amniotomia foi realizada em 67,6%, 73,6% e 82,2% das mulheres, respectivamente. A realização da episiotomia foi menor nas modalidades com incorporação de práticas humanizadas: 7,2% no CPN e 14,8% no HG versus 54,9% no HP. A prática de oferta liberal no HG resultou numa taxa de analgesia superior (54,4% à do HP (7,7%. O percentual de internação dos recém-nascidos e o de parto a fórceps foram mais altas no HP, mas não houve diferenças para o índice de Apgar e para a taxa de cesárea. Os resultados sugerem resistência ao uso seletivo de intervenções em todos os modelos assistenciais, embora favoreçam o CPN como estratégia no controle das intervenções durante o trabalho de parto e parto nas gestantes de risco habitual sem prejuízos para as mulheres e os recém-nascidos.This cross-sectional study of 831 low-risk pregnancies compared the management of labor and delivery in a birthing center, a hospital that had previously won the "Galba de Araújo" Award (for excellence in obstetric and neonatal care, and a standard-protocol maternity facility. The rates for use of ocytocin during labor were 27.9%, 59.5%, and 40.1%, while amniotomy was performed in 67.6%, 73.6%, and 82.2% of the women, respectively. Episiotomy rates were lower in the first two facilities, which have adopted patient-centered obstetric practices (7.2% at the birthing center and 14.8% at the award-winning hospital as compared to 54.9% at the standard maternity facility. The liberal offer of epidural anesthesia at the awarding-winning hospital resulted in a higher anesthesia rate (54.4% as compared to the standard facility (7.7%. Forceps delivery and

  13. Sexual function after transvaginal cholecystectomy

    DEFF Research Database (Denmark)

    Donatsky, Anders M; Jørgensen, Lars N; Meisner, Søren;

    2014-01-01

    INTRODUCTION: Despite several benefits, patients are concerned that transvaginal cholecystectomy has a negative impact on sexual health. The objective of this systematic review was to assess the impact of transvaginal cholecystectomy on postoperative dyspareunia and sexual function. METHOD......: A literature search was performed in the PubMed and EMBASE databases. Papers reporting on postoperative dyspareunia, vaginal pain or discomfort, and sexual function were included. RESULTS: Seventeen papers reported on dyspareunia and vaginal pain or discomfort. Two papers reported a rate of de novo dyspareunia...... of 3.8% and 12.5%, respectively. One study reported a nonsignificant reduction in painful sexual intercourse and the remaining 14 reported no incidents of dyspareunia. Eight papers reported on sexual function. One paper using a nonvalidated questionnaire found impaired sexual function. The papers...

  14. Do parto institucionalizado ao parto domiciliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Fróes de Oliveira Sanfelice

    2014-01-01

    Full Text Available El objetivo fue describir la experiencia vivida por un grupo de enfermeras en Campinas, SP, Brasil, acerca del proceso de transición de la atención institucionalizada para el parto domiciliario, en el período de 2011 a 2013. Relato de experiencia, cuyas reflexiones, percepciones y problemas enfrentados en este proceso fueron recolectados mediante la técnica lluvia de ideas. Se utilizó el análisis de contenido propuesto por Bardin, que emergieron cuatro categorías temáticas: experiencia del hospital, convivir con la violencia obstétrica; de vuelta a casa y desafíos de la atención domiciliaria. En conclusión, atender el parto en el hogar tiene ofrecido mayor satisfacción a las enfermeras, a pesar de diversos obstáculos, ya que es posible prestar asistencia a las mujeres y los recién nacidos que abarca tanto el concepto de integralidad como recomendaciones científicas actuales.

  15. Patterns of deliveries in a Brazilian birth cohort: almost universal cesarean sections for the better-off Padrones de partos en una cohorte de nacimientos: cesáreas casi universales para los riesgos Padrões dos partos em uma coorte de nascimentos: cesarianas quase universais para os ricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aluísio J D Barros

    2011-08-01

    fueron entrevistadas aún en el hospital, cuando informaciones detalladas de la gestación, el parto y el recién nacido, junto con una historia de salud materna y características de la familia fueron colectadas. Características maternas y el financiamiento del parto fueron los principales factores estudiados. También se hizo descripción de la distribución de las cesáreas por hora del día y día de la semana. Técnicas de padrón de análisis descriptivo y pruebas chi-cuadrado para comparar proporciones y regresión Poisson para explorar el efecto independiente de predictores de la cesárea fueron los métodos utilizados. RESULTADOS: La tasa global de cesáreas fue de 45%, 36% entre pacientes del servicio público y 81% en el servicio privado, donde se relató que 35% de las cesáreas fueron electivas. Las cesáreas fueron más frecuentes martes y miércoles, con una reducción de cerca de un tercio los domingos, mientras que los partos normales presentaron distribución uniforme a lo largo de la semana. El horario de las cesáreas en el servicio público y en el privado fue muy diferente. La escolaridad materna se asoció positivamente con la cesárea entre las madres del servicio público, pero no del privado. CONCLUSIONES: La cesárea fue muy frecuente entre las madres más ricas, y fuertemente asociada con la escolaridad materna entre pacientes del servicio público. Los padrones descritos son compatibles con la hipótesis de que las cesáreas son hechas, en gran parte, para atender la conveniencia de las agendas de los médicos. La situación actual sólo será revertida con políticas radicales.OBJETIVO: Descrever o padrão dos partos em uma coorte de nascimentos, comparando partos normais e cesarianos. MÉTODOS: Todos os recém-nascidos de moradoras da área urbana de Pelotas (RS em 2004 foram recrutados para uma coorte de nascimentos. As mães foram entrevistadas ainda no hospital, quando informações detalhadas sobre a gestação, o parto e o rec

  16. Práticas assistenciais em reanimação do recém-nascido no contexto de um centro de parto normal Prácticas asistenciales en reanimación neonatal en el contexto de un centro de parto normal Care practices on the resuscitation of newborns in the context of a delivery center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Fernandes

    2005-12-01

    Full Text Available Aproximadamente 10 a 15% dos recém-nascidos (RNs apresentam dificuldades de adaptação ao nascimento, o que requer habilidade e prontidão dos profis-sionais para intervir nessas situações. Este estudo observacional, transversal objetivou descrever as práticas assistenciais empregadas em reanimação neo-natal em um Centro de Parto Normal de um hospital público de São Paulo. Observou-se 100 atendimentos prestados pela equipe profissional e os dados foram registrados em um instrumento checklist. A presença de líquido meconial foi constatada em 24 (24,0% partos e a aspiração das vias respiratórias foi realizada em 47 (47,0% RNs. Desse total, 3 (6,4% tiveram a traquéia aspirada e 26 (26,0% RNs receberam oxigenação, sendo que 5 (19,2% com máscara aberta e pressão positiva. Massagem cardíaca foi realizada em 1 (1,0% RN. Após a reanimação neonatal inicial, 6 (6,0%RNs foram transferidos à UTI neonatal devido desconforto respiratório.Aproximadamente entre 10 a 15% de los recién nacidos (RNs presentan dificultades de adaptación al nacer. Así, el momento del nacimiento requiere habilidad y prontitud de los profesionales para intervenir de modo adecuado. Este estudio observacional, transversal realizado en un hospital público de São Paulo, tuvo como objetivo describir las prácticas asistenciales en reanimación neonatal en un centro de parto normal. Se observaron 100 atenciones al nacimiento prestados por el equipo profesional cuyos datos fueron registrados en un instrumento checklist. Se verificó presencia de líquido meconial en 24(24.0% de las atenciones. Las vías respiratorias de 47(47.0% RNs fueron aspiradas. De ese total, 3(6.4% tuvieron aspiración de tráquea. 26(26.0% RNs fueron oxigenados, 5(19.2% recibieron, además de la máscara abierta, ventilación por presión positiva. El masaje cardiaco fue empleado en 1(1.0% RN. Después de la reanimación neonatal 6(6.0% RNs fueron transferidos a la26(26.0% RNs UCI

  17. Fatores associados à prova de trabalho de parto em primíparas com uma cesárea anterior Factors associated to the trial of labor in primipara women with one previous cesarean section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helaine M B Pires

    1999-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores médicos e não médicos associados à realização da prova de trabalho de parto na segunda gestação de primíparas com uma cesárea anterior. MÉTODOS: Estudo de caso-controle aninhado, com uma análise secundária de dados de um estudo de coorte retrospectivo previamente desenvolvido numa população de mulheres que deu à luz ao primeiro filho em Campinas, no ano de 1985. RESULTADOS: Os principais fatores que estiveram associados à realização da prova de trabalho de parto em 333 gestantes dentre as 1.352 secundigestas com uma cesárea anterior foram: renda familiar mensal inferior a 5 salários-mínimos, seguro-saúde pelo Sistema Único de Saúde, baixa idade materna, presença de rotura de membranas e ocorrência de trabalho de parto no primeiro parto. CONCLUSÃO: Os fatores socioeconômicos são fundamentalmente os principais determinantes da realização da prova de trabalho de parto em secundigestas, com uma cesárea anterior.OBJECTIVE: The purpose of this study was to identify medical and non-medical factors associated to the performance of a trial of labor during the second delivery of women with one previous cesarean section. METHODS: This was a nested case control study, with a secondary data analysis from a retrospective population based cohort study. It was primarily performed on a population of women who had had their first children in Campinas, SP, Brazil, during 1985. The study population was constituted of the 1,352 women of the cohort study who had had their first deliveries by cesarean section and also had their second deliveries no matter when. The group of cases (333 women, almost 25% was constituted of those women who had a trial of labor during their second deliveries and the control group (1,019 women of those who had not had it. For each possible associated factor evaluated, the Odds Ratio and its respective 95% Confidence Interval were calculated. For the ordered categorical

  18. O tabu do parto: dilemas e interdições de um campo ainda em construção = The taboo of childbirth: dilemmas and interdictions of a field under construction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Müller, Elaine

    2015-01-01

    Full Text Available O artigo se debruça sobre a receptividade das pesquisas sobre parto e nascimento no âmbito das Ciências Sociais. Se, por um lado, percebe-se a paulatina consolidação de um campo de pesquisa, a partir de demandas sociais que emergiram em face do atual cenário obstétrico brasileiro, no qual diferentes discursos são articulados entre políticas públicas e movimentos sociais; por outro, há uma recorrente deslegitimização tanto das pesquisas e problemáticas trabalhadas quanto das pesquisadoras e suas motivações. Dito isto, e a partir de experiências vivenciadas pelas autoras no contexto acadêmico e/ou feminista, apresentamos uma reflexão crítica sobre alguns comentários ouvidos nesses ambientes, identificando-os com o discurso hegemônico que não problematiza o cenário obstétrico. Para ilustrar, optamos por analisar a episiotomia como intervenção emblemática na assistência ao parto no Brasil, que condensa expressões dos saberes e poderes formulados e reproduzidos sobre o corpo da mulher

  19. Conhecimentos e expectativas de adolescentes nuligestas acerca do parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Raquel Rosado Morais

    2012-06-01

    Full Text Available Este estudo objetivou apreender os conhecimentos de adolescentes nuligestas acerca do parto e do nascimento, mediante uma pesquisa qualitativa com doze adolescentes de idade entre 12 e 16 anos, residentes na área de uma unidade de saúde de Mossoró - RN. Os resultados mostraram que as adolescentes possuem conhecimentos precários acerca do parto, sendo as informações permeadas por mitos e desarticuladas de conceitos capazes de transformar os saberes vigentes. Assim, evidencia-se a necessidade da aproximação das adolescentes com a temática da sexualidade, e em particular, da gravidez e parto, para que possam analisar e escolher a forma ideal de parir, identificando possibilidades para um parto mais humanizado e saudável. Para isto, sugere-se que os profissionais de saúde, em especial os enfermeiros, desenvolvam atividades socioeducativas de preparação para o parto em articulação com a escola e a família, com vista a esclarecer as adolescentes quanto à dinâmica da parturição e assim contribuir para a desmistificação de estigmas ainda presentes na sociedade.

  20. Bloqueio combinado raquiperidural versus bloqueio peridural contínuo para analgesia de parto em primigestas: resultados maternos e perinatais Combined spinal-epidural block versus continuous epidural block in labor analgesia for primiparous women: newborns and women outcomes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Antonio de Souza

    2009-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: comparar a evolução materna e perinatal após a utilização da analgesia peridural contínua versus analgesia combinada raqui-peridural em parturientes primigestas. MÉTODOS: foi realizado ensaio clínico aleatorizado com 128 gestantes primigestas em trabalho de parto, divididas em dois grupos: analgesia peridural (APC com 65 mulheres e grupo analgesia combinada raqui-peridural (ACRP com 63, admitidas no pré-parto de duas maternidades na cidade de Jundiaí - SP. Foram estudadas as variáveis: tempo de latência de instalação da analgesia, intensidade da dor e tempo total decorrido até a dilatação completa, índice de Apgar no primeiro e quinto minutos, tempo de resolução do parto, grau de bloqueio motor, efeitos adversos como náuseas, vômitos, prurido, hipotensão arterial, e grau de satisfação materna. Foram critérios de inclusão: primigestas, estado físico ASA 1 e 2, feto único, apresentação cefálica, de termo, dilatação cervical de 3 a 6 cm e solicitação de analgesia pelo obstetra. Foram excluídas mulheres com morbidades, ruptura de membranas, anormalidades fetais e uso de opioides até quatro horas antes. Para a análise estatística utilizou-se o teste de Mann-Whitney para as variáveis contínuas não paramétricas e os testes exato de Fisher e χ2 de Pearson, para variáveis categóricas. RESULTADOS: não houve diferença entre os grupos para velocidade de dilatação cervical, tempo para resolução do parto, parâmetros hemodinâmicos maternos, vitalidade do recém-nascido, complementações analgésicas durante o trabalho de parto e modo de parto. Houve maior rapidez de instalação da analgesia no grupo da ACRP e menor bloqueio motor no grupo de APC. Não foram observadas diferenças em relação aos efeitos adversos como náuseas, vômitos, prurido e hipotensão, sendo hipotensão mais frequente no grupo APC (16,9 versus 6,3% e náusea no grupo ACRP (6,3 versus 3,1%. CONCLUSÕES: as duas t

  1. Estudo comparativo entre bupivacaína (S75-R25 e ropivacaína em bloqueio peridural para analgesia de parto Estudio comparativo entre la bupivacaína (S75-R25 y la ropivacaína en bloqueo epidural para analgesia de parto A comparative study between bupivacaine (S75-R25 and ropivacaine in spinal anesthesia for labor analgesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celso Schmalfuss Nogueira

    2010-10-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A anestesia peridural é utilizada para alívio da dor no trabalho de parto e está associada a baixos índices de complicações. Estudos com enantiômeros levógiros dos anestésicos locais demonstraram maior segurança em função da menor cardiotoxicidade. Este estudo teve o objetivo de avaliar a latência e a duração da analgesia e as repercussões maternas e fetais com o emprego da bupivacaína (S75-R25 e da ropivacaína quando utilizadas para analgesia de parto por bloqueio peridural. MÉTODOS: Realizou-se um ensaio clínico prospectivo, duplamente encoberto e aleatório, de 49 pacientes gestantes de termo, apresentando baixo risco, com indicação de parto vaginal, idade entre 15 e 35 anos, ASA I ou II distribuídas em dois grupos: GI - bupivacaína (S75-R25 0,25%; GII - ropivacaína a 0,20%. RESULTADOS: Evidenciou-se diferença estatisticamente significante entre os dois grupos 30 minutos após a instalação da peridural, sendo os escores de dor maiores no grupo que utilizou a ropivacaína. Não foram encontradas diferenças estatísticas significativas quanto a latência de analgesia, nível sensorial do bloqueio, volume de anestésico local, dose de resgate, duração do trabalho de parto e da analgesia, frequência de parto instrumental, alterações hemodinâmicas, escores de Apgar ou pH do cordão umbilical e incidência de eventos adversos. CONCLUSÕES: O uso de bupivacaína (S75-R25 e ropivacaína para a analgesia de parto proporcionou boas condições para a realização da anestesia peridural com pequenas ocorrências de eventos adversosJUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La anestesia epidural se usa para el alivio del dolor en el parto y está asociada a bajos índices de complicaciones. Estudios con enantiómeros levógiros de los anestésicos locales, han demostrado una seguridad más elevada en función de una menor cardiotoxicidad. Este estudio quiso evaluar la latencia y la duración de la analgesia y

  2. OVULATION INDUCTION IN BEEF COWS WITH DIFFERENT FORAGES ALLOWANCES DURING POST PARTUM INDUÇÃO DA OVULAÇÃO EM VACAS DE CORTE COM DIFERENTES OFERTAS FORRAGEIRAS DURANTE O PERÍODO PÓS-PARTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Herter Terra

    2008-04-01

    , <em>post-partum> anestrous, weaning. Este experimento teve por objetivo comparar a eficiência de um protocolo hormonal associado ao desmame por 96 horas com o desmame definitivo, em vacas em pastejo com diferentes ofertas forrageiras. Utilizaram-se 310 vacas (190 Aberdeen-Angus e 120 Charolês, entre 50 e 70 dias pós-parto, distribuídas em seis grupos. Os grupos A2, A5, B2 e B5 foram mantidos em maior (A2 e A5 e menor (B2 e B5 disponibilidade forrageira, no período parto-tratamento, e receberam (dia 0 2mg (A2 e B2 e 5mg (A5 e B5 de benzoato de estradiol e dispositivo intravaginal com acetato de medroxiprogesterona (CIDR. Seis dias após, receberam 1.000 UI de gonadotrofina coriônica eqüina (eCG. No sétimo dia, foi retirado o CIDR e procedido ao desmame dos bezerros por 96 horas. Os grupos AD e BD foram constituídos por 52 e 48 vacas, permanecendo, respectivamente, em maior e menor disponibilidade forrageira, submetidas ao desmame definitivo dos bezerros (dia 7. Inseminaram-se as vacas que manifestaram estro entre os dias 7 e 17, sendo acasaladas, depois, até o 67ºdia.  Nos dias 60 e 127 realizaram-se diagnósticos ultra-sonográficos de prenhez. Para análise dos dados, utilizou-se PROC CATMOD do pacote estatístico do SAS, não se verificando diferença (P>0,05 na prenhez entre os grupos com diferentes ofertas forrageiras. Uma nova análise das vacas, conforme seus ganhos de peso, indicou que o desmame definitivo proporciona melhor percentual de prenhez em relação ao modelo de tratamento hormonal utilizado. As vacas que perdem peso no período pós-parto respondem, ao desmame definitivo, mais lentamente do que as que ganham peso no mesmo período. PALAVRAS-CHAVES: Anestro pós-parto desmame, indução à ovulação, ofertas forrageiras, vacas de corte.

  3. Apresentação pélvica na gestação de termo em pacientes com partos vaginais prévios Breech presentation in term pregnancy in patients with previous vaginal deliveries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Mauro Madi

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os resultados obstétricos e perinatais em casos de fetos em apresentação pélvica, de termo, nascidos de pacientes com partos vaginais prévios, comparando-os a fetos de termo, em apresentação cefálica. PACIENTES E MÉTODOS: foram analisados retrospectivamente 8.350 nascimentos ocorridos no período de março de 1998 a julho de 2003. Ocorreram 419 partos (5,1% em apresentação pélvica, dos quais selecionaram-se 58 casos (grupo pélvico, que deveriam ter as seguintes características: antecedentes de um ou mais filhos nascidos pela via transpélvica, idade gestacional igual ou superior a 37 semanas, ausência de malformações fetais, inexistência de intercorrências durante a gestação, peso do recém-nascido no nascimento igual ou superior a 2.500 g e inferior a 3.750 g, e sem cesárea anterior. Esse grupo foi comparado a outro formado por 1.327 fetos com características semelhantes, em apresentação cefálica, de gestantes sem cesárea prévia (grupo cefálico. Analisaram-se a idade materna, paridade, idade gestacional, via de parto, peso do recém-nascido, presença de mecônio, índice de Apgar no primeiro e quinto minutos, necessidade de internação na unidade de tratamento intensivo neonatal e ocorrência de recém-nascidos pequenos e grandes para a idade gestacional. Os dados obstétricos e perinatais foram analisados pelo chi² e teste t de Student. Considerou-se como significante pPURPOSE: to assess the obstetric and perinatal outcomes in cases of term newborns in breech presentation, in patients with previous vaginal deliveries, comparing them to term newborns in vertex presentation. METHODS: 8,350 deliveries retrospectively from March 1998 to July 2003 were analysed. Of 419 deliveries (5.1% in breech presentation, 58 cases were selected for the study (breech group, according to the following criteria: patients who had had one or more babies through vaginal delivery, gestational age ³37 weeks, no fetal

  4. Indução do estro no pós-parto em vacas primíparas Holandês-Zebu Induction of estrus in the postpartum of Holstein-Zebu heifers through norgestomet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.R.M. Ruas

    2005-08-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito do peso corporal no início do tratamento com progestágeno sobre as características reprodutivas de vacas mestiças Holandês-Zebu no pós-parto. Foram utilizadas 64 vacas, divididas em quatro grupos: GI - vacas com peso corporal entre 390-458kg e submetidas a tratamento hormonal com norgestomet, GII - vacas com peso corporal entre 464-562kg e submetidas a tratamento hormonal com norgestomet, GIII - vacas com peso corporal entre 374-451kg (controle e GIV - vacas com peso corporal entre 452-545kg (controle. Os animais do grupo II manifestaram o primeiro estro no pós-parto mais cedo que os demais (64,4 dias - GII vs. 109,4-GI; 143,2-GIII e 105,1-GIV dias, e apresentaram menor período de serviço (94,6 dias vs. 125,5; 160,9 e 131,0 dias, na mesma ordem de citação anterior. Quanto às taxas de manifestação de estro e de gestação final, não se verificaram diferenças (P>0,05 entre os tratamentos. Os animais do GII apresentaram o menor período de serviço e os do GIII, o maior (94,6 vs. 160,9. Não houve influência do tratamento hormonal nem do peso corporal sobre a produção de leite e duração da lactação. O uso do implante de progestágeno nos animais que apresentaram maiores peso e condição corporal no início do tratamento respondeu por menor intervalo entre o parto e o primeiro estro. O uso do progestágeno em animais mais leves esteve associado ao retorno mais rápido à atividade ovariana cíclica no pós-parto.The experiment was carried out to evaluate the effect of two ranges of body weight and norgestomet treatment on the reproductive parameters of postpartum crossbred Holstein-zebu cows. Sixty four primiparous cows were randomly allocated to four treatments 40 days after calving: group I - cows with body weight ranging from 390 to 458kg and norgestomet treated; group II - cows with body weight ranging from 464 to 562kg and norgestomet treated; group III - cows with body weight ranging from 390 to 458

  5. Analgesia de parto em paciente portadora de deficiência de proteína S: relato de caso Analgesia de parto en paciente portadora de deficiencia de proteína S: relato de caso Labor analgesia in protein S deficient patient: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Mestriner Stocche

    2004-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Na deficiência de proteína S, uma glicoproteína com atividade anticoagulante, o risco de eventos tromboembólicos está aumentado. O objetivo deste relato é abordar o manuseio anestésico em paciente obstétrica portadora desta deficiência. RELATO DO CASO: Paciente com deficiência de proteína S, com 25 semanas de gestação, apresentou os seguintes resultados de exames: INR = 0,9, TTPA = 32 s (controle 25,6, proteína S = 35% (normal = 70% a 130%. Nos dois últimos trimestres de gravidez, fez uso de até 12000 U de heparina, cada 8 horas. Com 38 semanas, foi internada em trabalho de parto. Decorridas 8 horas da interrupção da heparina, já com TTPA 25,8 s (controle 27,8 s, realizou-se anestesia peridural injetando-se 6 ml de bupivacaína a 0,2% e fentanil (20 µg, seguido de infusão contínua. O tempo de infusão foi de 5 horas com dose total de 40 mg de bupivacaína. Não houve intercorrências e, 1 hora após a retirada do cateter, foi reiniciada heparina, por via subcutânea, 10.000 UI, a cada 12 horas. A mãe e o recém-nascido evoluíram bem, recebendo alta no terceiro dia do pós-parto. CONCLUSÕES: Grávidas com deficiência de proteína S devem receber anticoagulantes com o objetivo de manter o TTPA 2 vezes o valor controle. A heparina, por não atravessar a barreira placentária, é o anticoagulante de eleição em obstetrícia. O bloqueio pode ser realizado respeitando um tempo mínimo entre 4 a 6 horas entre a última dose de heparina e a realização da punção lombar, desde que os exames apresentem parâmetros de normalidade. Entretanto, nestes casos, a analgesia peridural pode auxiliar na profilaxia de eventos tromboembólicos.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: En la deficiencia de proteína S, una glucoproteína con actividad anticoagulante, el riesgo de eventos tromboembólicos está aumentado. El objetivo de este relato es abordar el manoseo anestésico en paciente obstétrica portadora de esta

  6. Aconselhamento em DST/Aids às gestantes que realizaram o teste anti-HIV na admissão para o parto: os sentidos de uma prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Lima Fonseca

    Full Text Available Foram analisadas as práticas e os sentidos do aconselhamento para gestantes submetidas ao teste anti-HIV na admissão para o parto, e para profissionais de saúde que atuam na assistência à maternidade em Salvador, Brasil. Foi realizado um estudo qualitativo em uma maternidade, com observação participante e entrevistas semiestruturadas com 13 puérperas sem diagnóstico prévio para o HIV e sete profissionais de saúde. Observou-se que o exame anti-HIV é realizado de forma compulsória, sem considerar a autonomia da gestante, e que o aconselhamento se limita a informar o diagnóstico e dar orientações no pós-teste somente àquelas cujos resultados foram positivos. Os sentidos que permeiam o exame, assim como o entendimento da experiência e os significados construídos pelas puérperas, sobretudo quando se descobrem positivas para o HIV, não são abordados pelos profissionais, que não se sentem capacitados para acolherem a subjetividade das pacientes.

  7. Aconselhamento em DST/Aids às gestantes que realizaram o teste anti-HIV na admissão para o parto: os sentidos de uma prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Lima Fonseca

    2012-06-01

    Full Text Available Foram analisadas as práticas e os sentidos do aconselhamento para gestantes submetidas ao teste anti-HIV na admissão para o parto, e para profissionais de saúde que atuam na assistência à maternidade em Salvador, Brasil. Foi realizado um estudo qualitativo em uma maternidade, com observação participante e entrevistas semiestruturadas com 13 puérperas sem diagnóstico prévio para o HIV e sete profissionais de saúde. Observou-se que o exame anti-HIV é realizado de forma compulsória, sem considerar a autonomia da gestante, e que o aconselhamento se limita a informar o diagnóstico e dar orientações no pós-teste somente àquelas cujos resultados foram positivos. Os sentidos que permeiam o exame, assim como o entendimento da experiência e os significados construídos pelas puérperas, sobretudo quando se descobrem positivas para o HIV, não são abordados pelos profissionais, que não se sentem capacitados para acolherem a subjetividade das pacientes.

  8. Debate sobre el parto (normal).

    OpenAIRE

    Vidal Puèrtolas, Adela

    2008-01-01

    El artículo pretende una reflexión sobre la asistencia al parto, desde el punto de vista de una comadrona. A raíz de la apuesta oficial sobre el cómo para humanizar la asistencia obstétrica hospitalaria, se plantea un análisis de las implicaciones profesionales y los matices culturales que influyen sobre la vivencia de la experiencia del parto. La importancia de la psico-profilaxis en la preparación al parto como vehículo terapéutico de acercamiento a la realidad y de ...

  9. Colonização bacteriana do canal cervical em gestantes com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas Cervical bacterial colonization in women with preterm labor or premature rupture of membranes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giuliane Jesus Lajos

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: estudar a colonização bacteriana do canal cervical em gestantes com trabalho de parto prematuro ou com ruptura prematura de membranas. MÉTODOS: foram avaliadas 212 gestantes com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas. Na admissão hospitalar foram coletadas duas amostras do conteúdo endocervical e realizadas bacterioscopia e cultura em meios ágar sangue e ágar chocolate. Foram analisadas associações da colonização endocervical com infecção do trato urinário materno, corioamnionite, utilização de antibióticos, sofrimento fetal, prematuridade e infecção e óbito neonatais. RESULTADOS: a prevalência de colonização endocervical foi 14,2% (IC95%=9,5-18,9%, com resultados similares entre os casos com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas. O microorganismo mais prevalente na população estudada foi o estreptococo do grupo B (9,4%, sendo também isolados Candida sp, Streptococcus sp, Streptococcus pneumoniae, Escherichia coli e Enterococcus sp. Das bacterioscopias analisadas, os achados mais freqüentes foram baixa prevalência de bacilos de Döderlein e elevado número de leucócitos. Em mulheres colonizadas, houve maior prevalência de infecção do trato urinário (23,8 versus 5,4%; pPURPOSE: to study cervical colonization in women with preterm labor or premature rupture of membranes. METHODS: two hundred and twelve pregnant women with preterm labor or premature rupture of membranes were studied. Two cervical samples from each woman were collected and bacterioscopy and culture were performed. Association of cervical microorganisms and urinary tract infection, chorioamnionitis, fetal stress, antibiotic use, prematurity, neonatal infection, and neonatal death were evaluated. RESULTS: the prevalence of endocervical colonization was 14.2% (CI95%=9.5-18.9%, with similar results in preterm labor or premature rupture of membranes. Group B streptococcus was the most prevalent

  10. Comparação da composição bioquímica do líquido amniótico equino colhido em diferentes estágios gestacionais e no momento do parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna De Vita

    2014-06-01

    Full Text Available A viabilidade e maturidade fetais podem ser estimadas através da avaliação dos fluídos fetais em muitas espécies, no entanto a composição bioquímica do líquido amniótico durante a gestação ainda não está bem definida para a espécie equina. O objetivo deste estudo foi estabelecer e comparar o perfil bioquímico do liquido amniótico em diferentes momentos da gestação e no momento do parto para um melhor entendimento da fisiologia da gestação de equinos. Foram avaliados valores encontrados para pH, osmolaridade, glicose, uréia, creatinina, gamma-GT, sódio, potássio, cloretos e proteína total no liquido amniótico colhido de 122 éguas comparando-se os resultados encontrados entre as colheitas em terço inicial (TI, médio (TM e final (TF da gestação e no momento do parto (MP. As amostras colhidas nos períodos gestacionais foram realizadas em frigoríficos abatedouros. As idades gestacionais (IG, em dias, foram definidas através de fórmula de regressão sugerida por Naves et al. (2008, utilizando-se a mensuração crânio-caudal dos fetos. Devido a presença de graus variados de assimetria e desvios de um padrão Gaussiano de distribuição, o teste de Kruskal-Wallis foi usado para comparar a mediana de cada variável-resposta entre os grupos de estudo. Quando houve evidência significante de que pelo menos uma das medianas era diferente das outras, o teste de Wilcoxon foi usado para realizar comparações múltiplas entre os grupos. O método de Bonferroni foi usado para ajustar o valor-P resultante das comparações múltiplas. A análise estatística foi realizada com o procedimento PROC NPAR1WAY e significância estatística foi definida como p<0,05 .pH e osmolaridade do líquido amniótico equino não sofreram alterações significantes entre os terços gestacionais e no momento do parto. Os valores encontrados para glicose foram significativamente menores nas amostras do grupo TF e MP. As concentrações de ur

  11. A reanimação do prematuro extremo em sala de parto: controvérsias Controversies about the resuscitation of extremely preterm infants in the delivery room

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Branco de Almeida

    2005-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar as principais controvérsias quanto aos procedimentos atualmente realizados na reanimação de recém-nascidos de extremo baixo peso na sala de parto. FONTES DOS DADOS: Revisão sistemática dos artigos incluídos em MEDLINE, SciELO e Cochrane Library e dos temas livres publicados em congressos internacionais e nacionais, utilizando-se as palavras-chave reanimação, asfixia e recém-nascido. SÍNTESE DOS DADOS: As principais controvérsias incluem aspectos relacionados à oxigenação e à ventilação do prematuro de extremo baixo peso ao nascimento. Os efeitos da administração de oxigênio em concentrações entre 21% e 100% precisam ser investigados. Os parâmetros adequados de pressão inspiratória, volume pulmonar e pressão expiratória final positiva necessitam ser estabelecidos com a finalidade de minimizar o barotrauma e o volutrauma. Os benefícios da aplicação da pressão positiva contínua de vias aéreas por via nasal também precisam ser bem determinados através de ensaios clínicos randomizados. Além disso, reanimadores manuais devem ser desenvolvidos para otimizar a administração desses parâmetros e minimizar a lesão pulmonar no início da vida extra-uterina. Estudos clínicos sobre a administração ao nascimento de adrenalina, expansores de volume e bicarbonato de sódio são inexistentes em prematuros de muito baixo peso. Adicionalmente, o principal dilema ético envolve a decisão conjunta entre os profissionais e os pais de não iniciar a reanimação na dependência da idade gestacional. CONCLUSÕES: A conduta atualmente vigente poderá ser modificada a partir dos resultados de ensaios clínicos randomizados e controlados, em conjunto com a avaliação do desenvolvimento, realizados em recém-nascidos de extremo baixo peso submetidos à reanimação na sala de parto.OBJECTIVE: To describe the main controversies about resuscitation procedures performed in extremely low birth weight infants in

  12. ESTIMATIVA DA DATA DO PARTO EM CADELAS ROTTWEILER ATRAVÉS DA BIOMETRIA FETAL REALIZADA POR ULTRASSONOGRAFIA ESTIMATION OF PARTURITION DATE THROUGH ULTRASONOGRAPHIC FOETAL BIOMETRY IN ROTTWEILER BITCHES ESTIMACIÓN DE LA FECHA DEL PARTO EN PERRAS ROTTWEILER A TRAVÉS DE LA BIOMETRÍA FETAL REALIZADA POR EL ULTRASONIDO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Costa Moreira de Melo

    2009-09-01

    Full Text Available Utilizou-se a ultrassonografia neste experimento para avaliar o desenvolvimento fetal e determinar a idade gestacional em cadelas Rottweiler. Tomaram-se e avaliaram-se as medidas da vesícula embrionária/fetal (VE e do corpo fetal mediante análise de regressão, estabelecendo-se as equações de regressão linear e seus coeficientes. Os diâmetros biparietal (DBP e do abdome (DA dos fetos foram os que apresentaram os melhores resultados, considerando-se os coeficientes de correlação (0,89 e 0,90, respectivamente com a idade fetal e a facilidade de mensuração ao longo da gestação. Com base nos dados obtidos, conclui-se que é possível estimar o momento do parto em cadelas Rottweiler a partir das mensurações e equações obtidas para essa raça.

    PALAVRAS-CHAVES: Cão, feto, gestação, ultrassom.

    Ultrasonography was used in this study with the aim to evaluate fetal development, and to determine the gestational age of Rottweiler bitches. Measurements of embryonic vesicle (VE and fetal body were taken and evaluated by regression analysis. The linear regression equations and coefficients between gestational age and measures were established. The measures of abdominal (DA and biparietal (DBP diameters presented the best results, concerning to correlation coefficients (0.89 and 0.90, respectively and facilities on mensuration takes. It was concluded that it is feasible to predict gestational age of Rottweiler bitches taken into consideration fetal measurements and equations obtained for this breed.

    KEY WORDS: Dog, fetus, gestation, ultra-sound.

    El ultrasonido fue utilizado en esta investigación con el objetivo de evaluar el desarrollo fetal y determinar la edad gestacional en perras Rottweiler. Las medidas de la vesícula embrionária (VE y del cuerpo fetal fueran tomadas y evaluadas por an

  13. Depression with postpartum onset: a prospective cohort study in women undergoing elective cesarean section in Brasilia, Brazil Depressão com início após o parto: estudo de corte prospectivo em mulheres submetidas à cesárea eletiva em Brasília, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Moreno Zaconeta

    2013-03-01

    Full Text Available PURPOSE: It was to determine the prevalence of depressive symptoms in a sample of puerperal women from Brasília, Brazil, distinguishing cases with onset after delivery from those already present during pregnancy. METHODS: A prospective cohort study with convenience sampling of patients submitted to elective cesarean section at two private hospitals. As an instrument for assessing depressive symptoms, the Edinburgh Postnatal Depression Scale with cutoff >13 was applied shortly before delivery and four to eight weeks after childbirth. RESULTS: Among the 107 women who completed the study, 11 (10.3% had significant depressive symptoms during pregnancy and 12 (11.2% during the postpartum period. Among the 12 patients with postpartum symptoms, 6 had symptoms during pregnancy, so that 5.6% of the sample had postpartum onset of depression. The higher overall frequency of depression was significantly among single women than among married women (p=0.04, a fact mainly due to a higher frequency of single women experiencing persistent depressive symptoms both before and after delivery (p=0.002. The risk of depression was not influenced by age, parity or educational level. CONCLUSION: Women with depression identified during the postpartum period comprise a heterogeneous group, in which symptoms may have started before pregnancy, during pregnancy or after childbirth. In this sample, half of the postpartum depression cases already presented symptoms during late pregnancy. Since depression can arise before and after childbirth, it may have different etiologies and, therefore, a different response to treatment, a possibility that should be considered by clinicians and researchers.OBJETIVO: Foi determinar a prevalência de sintomas depressivos em uma amostra de puérperas da cidade de Brasília, Brasil, discriminando os casos com surgimento após o parto daqueles já presentes durante a gestação. MÉTODOS: Estudo de corte prospectivo. Amostragem por conveni

  14. Puerperal infection from the perspective of humanized delivery care at a public maternity hospital Infección puerperal del punto de vista de la atención humanizada al parto en maternidad pública Infecção puerperal sob a ótica da assistência humanizada ao parto em maternidade pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisângela Euripedes Resende Guimarães

    2007-08-01

    Full Text Available This is an epidemiological, prospective and non-concurrent study of the cohort type about puerperal infection from the perspective of humanized delivery care, based on information from 5,178 records of patients who went through the experience of humanized delivery. The study aimed at describing the women who underwent humanized delivery, determining the incidence and time for manifestation of puerperal infections and investigating the association between the infection and the risk factors. An accumulated puerperal infection rate of 2.92% was found. The risk factors associated to puerperal infection in Cesarean delivery were the duration of labor and the number of digital examinations. No variable behaved as a risk factor for infection in normal delivery. Cesarean delivery was an important risk factor for puerperal infection. The results reinforce the need to develop alternative forms of delivery care that provides effective conditions for normal delivery, in order to reduce the number of Cesarean sections.Se trata de un estudio epidemiológico, tipo cohorte, prospectivo y no concurrente, sobre infección puerperal del punto de vista de la atención humanizada a los partos. En este estudio, se objetivó caracterizar las puérperas sometidas al parto humanizado; determinar la incidencia de las infecciones en el puerperio, así como el intervalo de manifestación, y también verificar la asociación entre la infección y los factores de riesgo. Los datos fueron obtenidos de 5178 prontuarios de puérperas que pasaron por la experiencia del parto humanizado. Fue verificada una tasa de incidencia de infección en el puerperio acumulada del 2,92%. Los factores de riesgo asociados a la infección en el puerperio en la modalidad del parto cesareano fueron la duración del trabajo de parto (p=0,002 y el número de toques (p=0,011. Ninguna variable se comportó como factor de riesgo para infección en el parto normal. Sin embargo, el parto cesarea se

  15. Eficácia de dinoprostone e misoprostol para indução do trabalho de parto em nulíparas Efficacy of dinoprostone and misoprostol for labor induction in nulliparous women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tenilson Amaral Oliveira

    2011-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a eficácia e a segurança de dinoprostone e misoprostol para indução do parto vaginal, com ou sem o uso de ocitocina em nulíparas. MÉTODOS: realizou-se estudo retrospectivo, observacional, envolvendo 238 pacientes que foram submetidas à indução do parto de janeiro de 2008 a fevereiro de 2010 com uso de misoprostol 25 mcg via vaginal ou pessário contendo 10 mg de dinoprostone. Desse grupo, foram selecionadas 184 pacientes, que apresentavam as seguintes características: nulíparas, gestação entre 37 e 42 semanas, feto único, apresentação cefálica, membranas íntegras e índice de Bishop PURPOSE: to determine the efficacy and safety of dinoprostone and misoprostol for the induction of vaginal childbirth, with or without the use of oxytocin in nulliparous women. METHODS: in this retrospective observational study, 238 patients were subjected to the induction of delivery from January 2008 to February 2010 with the use of misoprostol 25 mcg by the vaginal route or a pessary containing 10 mg of dinoprostone. A total of 184 patients were selected, with the following characteristics: nulliparous, gestational age of 37-42 weeks, singleton pregnancies, cephalic presentation, intact membranes, and Bishop score < 3. Obstetric and neonatal data were analyzed and compared between groups. The Student t-test, chi-square test and Fisher's exact test were used for statistical analysis, with the level of significance set at p<0.05. RESULTS: the rate of vaginal childbirth did not differ significantly in patients who used misoprostol and dinoprostone (43.2% versus 50%; p = 0.35, respectively. The ripening of cervix was higher in the group treated with misoprostol (87.3% versus 75.6%, p=0.04. The use of oxytocin was necessary in 58.8% of the misoprostol group and 57.3% in the dinoprostone group after the ripening of cervix. Failed induction was the primary indication of caesarean section delivery in both groups, with no significant

  16. Percepção das mães em relação ao aleitamento materno no período do pós parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Rodrigues Mendes da Aparecida

    2014-11-01

    Full Text Available Introdução: Para eficácia do aleitamento materno, a Organização Mundial de Saúde propõe a educação das mães durante o momento da gestação pelos profissionais de saúde. Objetivo: Observar as percepções das mães com relação ao aleitamento materno. Métodos: Estudo descritivo de caráter quantitativo utilizando técnica exploratória. esquisa realizada no Centro de Saúde Escola Capuava em Santo André, São Paulo. A população foi constituída por 29 mães submetidas à primeira consulta puerperal. Resultados: As médias de idade e de número de filhos das mães foram 26 anos e 1,8 filhos. Em sua maioria são casadas ou encontra-se em união estável (93,1% e apresentam ensino médio completo (62,1%. Possuem vínculo empregatício 51,7%. Teve parto cesárea 58,6%. Foram amamentados na sala de parto 69,0% dos recém-nascidos. Possuem mamilos protusos 79,3% das mães, sendo que 55,2% não apresentaram fissuras. Não apresentaram nenhum cuidado em relação à limpeza dos mamilos 37,9% das mães, as demais usaram várias formas, sendo mais comum somente limpeza com leite materno (17,2% e somente utilização de pomada (13,8%. A frequência de amamentação foi bastante variável. Dos recémnascidos, 89,3% apresentaram pegas corretas. Relataram que tiveram todas as informações necessárias no pré-natal e puerpério 96,6% das mães. Pretendem introduzir precocemente o uso de chupetas para seu recém-nascido 44,8% das mães. Conclusão: As orientações realizadas durante a gestação e puerpério se tornam importantes e aos poucos produzem resultados positivos. Vale enfatizar que o enfermeiro se torna uma peça chave na realização das orientações durante os períodos de gestação e puerpério.

  17. Uso de misoprostol retal para indução do parto em gestantes com amniorrexe prematura: ensaio clínico fase II Use of rectal misoprostol for induction of labor in patients with premature rupture of membranes: a phase II clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Carlos Nogueira Arcanjo

    2003-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar se o misoprostol por via retal constitui método efetivo para indução do parto em gestantes com amniorrexe prematura a termo. MÉTODOS: realizou-se estudo piloto, incluindo 32 gestantes com amniorrexe prematura entre 36 e 41 semanas, feto vivo e único, em apresentação cefálica, escore de Bishop 18 horas receberam antibiótico (penicilina cristalina para profilaxia de infecção estreptocócica. Analisaram-se desfechos diversos como intervalo entre indução e início do trabalho de parto, entre indução e parto, incidência de taquissistolia, tipo de parto, incidência de corioamnionite e resultados neonatais. A análise estatística foi realizada no programa de domínio público Epi-Info 2002, calculando-se médias com os respectivos desvios-padrão, além de distribuições de freqüência. Realizou-se análise de sobrevivência para determinação do percentual de partos em função do tempo transcorrido (em horas desde a administração do primeiro comprimido. RESULTADOS: os intervalos (média ± desvio padrão entre indução e início das contrações e entre indução e parto foram de, respectivamente, 299,8±199,9 e 681±340,5 minutos. Observou-se freqüência de 9,4% de taquissistolia. Cerca de 72% das pacientes evoluíram para parto vaginal. Diagnosticou-se corioamnionite em 12,5% dos casos. As medianas dos escores de Apgar foram de 8 e 9 no primeiro e quinto minuto, respectivamente. Não houve nenhum caso de Apgar PURPOSE: to investigate whether rectally administered misoprostol is an effective method for induction of labor in patients with premature ruptured membranes at term. METHODS: a pilot trial was conducted, enrolling 32 women with alive, singleton, cephalic fetus and ruptured membranes between 36 and 41 weeks of pregnancy, with Bishop score 18 h received antibiotics (crystalline penicillin for prophylaxis of streptococcal infeccion. Outcomes included time from induction to labor and induction to

  18. Planejamento do parto - instrumento educativo compartilhado com gestantes na UBS Jardim Simus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janie Maria de Almeida

    2015-10-01

    Full Text Available A gravidez é um período de dúvidas e expectativas para a mulher. Estimular a participação materna nesse processo é importante pelos benefícios que traz para ao binômio mãe-filho. O plano de parto, como um instrumento educativo favorece a reflexão sobre os tipos de parto e os procedimentos realizados na internação. Objetivos: incentivar a participação materna para compreender os procedimentos hospitalares, por meio do plano de parto, bem como a percepção materna da assistência ao parto. Metodologia: estudo exploratório descritivo realizado na UBS Jd. Simus, Sorocaba-SP, com gestantes inscritas no pré-natal, a partir de 24 semanas de gestação, maiores de 18 anos e mediante assinatura do TCLE. A coleta de dados consistiu na aplicação de questionário em dois momentos, durante a gestação e no pós-parto, ações educativas foram empregadas durante a elaboração do Plano de Parto. Resultados: Os dados das participantes, 13 gestantes e 12 no pós-parto foram analisados quantitativamente e comparativamente em dois momentos. As mulheres apresentavam ensino médio, idade entre 20 a 30 anos, empregadas com carteira assinada, em união estável com parceiro de nível médio e empregados. A preferência inicial pelo parto normal foi majoritária, o desfecho foi ao contrário do desejado. O parceiro foi o acompanhante de maior escolha e participou em 4 partos. A maioria das parturientes foi submetida à indução com ocitocina/misoprostol, o banho de chuveiro foi o método mais utilizado para alívio da dor e era desconhecido pelas gestantes como método de alivio da dor, a episiotomia foi realizada em um parto. Houve grande adesão à amamentação. Conclusão: Na perspectiva das participantes, a elaboração do plano de parto se mostrou válida e importante, podendo ser um fator de satisfação na parturição.

  19. Prevalência e fatores associados à prematuridade entre gestantes submetidas à inibição de trabalho de parto prematuro

    OpenAIRE

    Bezerra,Lucila Coca; Sonia M. Junqueira V. de Oliveira; Latorre,Maria do Rosário Dias de Oliveira

    2006-01-01

    OBJETIVOS: identificar a prevalência de parto prematuro em gestantes submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro e analisar os fatores associados. MÉTODOS: estudo transversal, com dados coletados de 163 prontuários de gestantes submetidas a tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro atendidas em 1995-2000, no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, Brasil. A variável dependente constituiu-se na ocorrência de parto prematuro e as independentes fo...

  20. Factors associated with low birth weight in a historical series of deliveries in Campinas, Brazil Fatores associados a baixo peso ao nascer em uma série histórica de partos em Campinas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Ribeiro Coutinho

    2009-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To identify the risk factors associated with low birth weight (37 months, maternal history of hypertension, cardiopathy and premature delivery, few (OBJETIVO: Identificar os fatores de risco associados com baixo peso (37 meses, história materna de hipertensão, cardiopatia e parto prematuro, <5 consultas de pré-natal e seu início tardiamente na gestação (após o terceiro mês, rotura prematura de membranas, aumento da pressão arterial, doenças infecciosas e hemorragias durante a atual gestação. Obesidade materna e primiparidade foram fatores de proteção. CONCLUSÃO: Estes resultados confirmam os achados de estudos prévios. A detecção e manejo ante-parto de fatores modificáveis, aconselhamento, intervenção pré-concepcional, pré-natal adequado e a implementação de prevenção primária e secundária de morbidade materna devem constituir uma preocupação para todo obstetra como potencial fonte de redução da incidência de baixo peso ao nascimento.

  1. Resultados maternos e neonatais da assistência em casa de parto no município do Rio de Janeiro Resultados maternos y neonatales de la asistencia en casa de nacimiento en el municipio de Rio de Janeiro Maternal and neonatal assistance results at Birthing Center in the municipality of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Lenho de Figueiredo Pereira

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi descrever os resultados maternos e neonatais da assistência na Casa de Parto David Capistrano Filho. Pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem quantitativa, que analisou 458 prontuários dos partos normais e nascimentos no período de janeiro de 2008 a dezembro de 2009. As parturientes eram mulheres jovens, de 15 a 25 anos de idade (66,6%, e nulíparas (55%. Durante o trabalho de parto, elas permaneceram com o acompanhante (94,1% e receberam cuidados para o relaxamento e o conforto. A taxa de episiotomia foi de 2,4%. Não houve óbitos maternos e neonatais. Os casos de asfixia neonatal representaram 0,2% dos nascidos vivos. As transferências para o hospital corresponderam a 2,8% das mulheres no pós-parto e 8,5% entre os neonatos. A maioria dos resultados encontrados foi semelhante aos descritos nas pesquisas brasileiras e internacionais acerca da assistência em centros de parto.El objetivo de este estudio fue describir los resultados maternos y neonatales de la asistencia en la Casa de Parto David Capistrano Filho. Investigación exploratoria y descriptiva con enfoque cuantitativo, que analizó 458 registros clínicos de los partos normales y nacimientos en el período de Enero de 2008 a Diciembre de 2009. Las mujeres embarazadas eran mujeres jóvenes, entre 15 y 25 años de edad (66,6%, y nulíparas (55%. Durante el trabajo de parto, ellas recibieron dieta oral (100%, permanecieron con el acompañante (94,1% y recibieron cuidados para la relajación y confort. La tasa de episiotomía fue del 2,4%. No hubo óbitos maternos y neonatales. Los casos de asfixia neonatal representaron 0,2% de los neonatos. Los traslados para el hospital correspondieron a 2,8% de las mujeres en el postparto y a 8,5% entre los recién nacidos. La mayoría de los resultados fueron similares a los descritos en las investigaciones brasileñas e internacionales a cerca de la asistencia en centros de nacimientos.The purpose of this

  2. Incidência e características de cesáreas e de partos normais: estudo em uma cidade no interior do Ceará Incidencia y características de cesáreas y partos normales: estudio en una ciudad del interior de Ceará Incidence and features of cesarean section and natural childbith: study in a city from Ceará's countryside

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Veraci Oliveira Queiroz

    2005-12-01

    Full Text Available A pesquisa objetivou descrever as características da população estudada, como estado civil, ocupação e número de consultas de pré-natal; verificar a incidência de cesárea e de parto normal em clientes atendidas em uma instituição; comparar essas incidências no período pesquisado, discutindo as indicações de cesarianas mais freqüentemente referidas; Estudo descritivo retrospectivo baseado em prontuários de uma instituição filantrópica conveniada ao Sistema Único de Saúde. Evidenciou-se um elevado percentual de parto cesareano com alta incidência em adolescentes. Constatou-se que as principais indicações de cesárea foram ter história de cesárea anterior e doença hipertensiva específica da gravidez. Registrou-se predomínio de gestantes com 4 a 7 consultas de pré-natal. Mudanças na assistência pré-natal podem ter impacto na taxa de cesárea, preparando a mãe para o trabalho de parto, aspecto intimamente relacionado à capacitação de parteiras, enfermeiras obstetras e médicos, como também substituição da assistência individual por uma assistência de equipe.La investigación tuvo como objetivo describir las características de la población estudiada, como estado civil, ocupación y número de consultas de prenatal; verificar la incidencia de cesárea y de parto normal en clientes atendidas en una institución; comparar esas incidencias en el período investigado, discutiendo las indicaciones de cesáreas más frecuentemente referidas. Estudio descriptivo retrospectivo basado en prontuarios de una institución filantrópica conveniada al Sistema Único de Salud. Se ha evidenciado un elevado porcentaje de parto por cesárea con una alta incidencia en adolescentes. Se ha constatado que las principales indicaciones de cesárea han tenido una historia de cesárea anterior y de enfermedad hipertensiva específica del embarazo. Se ha registrado un predominio de mujeres embarazadas gestantes con 4 a 7 consultas de

  3. Etiologia das infecções intramamárias em vacas primíparas no período pós-parto Etiology of intramammary infections in primiparous cows at postparturition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Eduardo Pardo

    1998-07-01

    Full Text Available Foram analisadas 664 amostras de leite de 83 vacas primíparas da raça Holandesa. As amostras foram colhidas no primeiro e no sétimo dia após o parto. Das 664 amostras analisadas, 488 (73,50% foram bacteriologicamente negativas e 176 (26,50%, positivas para microrganismos aeróbios. Foi observado um alto índice de mastite clínica (20,48%. Os agentes isolados com maior freqüência foram os Staphylococcus spp coagulase negativo (64,20%, Staphylococcus spp coagulase positivo (8,52%, Streptococcus spp (7,96%, Actinomyces pyogenes (4,55%, Mycoplasma bovigenitalium (3,40% e Escherichia coli (2,84%. Foi observado um maior índice de isolamento de patógenos no primeiro dia (17,62% em relação ao sétimo (8,88%.A total of 664 foremilk samples from 83 Holstein cows were cultured. Quarter samples were collected at parturition and 7 days post the first parturition. From 664 milk samples examined, 488 (73.50% were bacteriologically negative and 176 (26.50% were positive. A high incidence (20.48% of clinical mastitis was observed. The most frequently encountered isolates were coagulase negative staphylococci (64.20%, coagulase positive staphylococci (8.52%, streptococci (7.96%, Actinomyces pyogenes (4.55%, Mycoplasma bovigenitalium (3.40% and Escherichia coli (2.84%. The frequency of mastitis pathogen isolation was highest at parturition (17.62% and decreased markedly during the first week (8.88%.

  4. Perfil epidemiologico, complicções e custo do aborto clandestino, comparação com aborto hospitalar e parto, em Maputo, Moçambique

    OpenAIRE

    Antonio Manuel Augusto Bugalho

    1995-01-01

    Resumo: O objetivo geral do estudo foi identificar as caractersiticas das mulheres que se internam, por complicações de aborto clandestino no Hospital Central de Maputo, Moçambique, e avaliar o custo econômico e para a saúde dessa prática. A longo prazo o propósito é de estimular medidas para prevenir gravidezes indesejadas, bem como a morbi-mortalidade materna resultante. Este foi um estudo caso-controle, em que a forma de término da última gravidez foi a variável dependente para estudar as ...

  5. Efeitos adversos do sufentanil associado ao anestésico local pelas vias subaracnóidea e peridural em pacientes submetidas à analgesia de parto Efectos adversos del sufentanil asociado al anestésico local por las vías subaracnoidea y peridural en pacientes sometidas a la analgesia de parto Side effects of subarachnoid and epidural sufentanil associated with a local anesthetic in patients undergoing labor analgesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel C.F. Salem

    2007-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A associação do opióide ao anestésico local melhora a qualidade da analgesia de parto e reduz o risco de toxicidade sistêmica pelo anestésico local. Os opióides, entretanto, podem determinar efeitos colaterais. O objetivo desta pesquisa foi comparar os efeitos adversos determinados pelo sufentanil, administrado por via subaracnóidea, associado à bupivacaína, com aquele determinado pelo sufentanil por via peridural, associado à ropivacaína, nas doses utilizadas no Serviço de Anestesia, em gestantes submetidas à analgesia de parto. MÉTODO: Participaram do estudo 60 pacientes, estado físico ASA I e II, com idade entre 15 e 42 anos, com gestação a termo e fetos saudáveis, submetidas à analgesia de parto. Foram distribuídas de forma aleatória em dois grupos: G1 - Duplo bloqueio - bupivacaína a 0,5% (2,5 mg e sufentanil (5 µg pela via subaracnóidea, G2 - Peridural - ropivacaína a 0,2% (20 mg e sufentanil (10 µg pela via peridural. Para doses complementares foi administrada ropivacaína a 0,2% (12 mg e para resolução do parto, ropivacaína a 1% (50 mg. As pacientes foram avaliadas após analgesia (M1 com relação a hipotensão arterial, bradicardia materna, prurido, náusea, vômito, depressão respiratória e sedação. No pós-operatório (M2, quanto à presença de náusea, vômito, prurido, sedação, retenção urinária e dor. Os recém-nascidos foram avaliados pelo índice de Apgar. Para análise estatística, foram utilizados teste t de Student, Mann-Whitney e Qui-quadrado. RESULTADOS: Os grupos foram similares com relação à idade, ao peso, à altura, à duração do período de trabalho de parto após analgesia, ao Apgar dos recém-nascidos, à ocorrência de hipotensão arterial, bradicardia, náusea, vômito, prurido e retenção urinária. A sedação foi mais freqüente nas pacientes de G2, em M1 (50% com diferença estatística significativa. CONCLUSÕES: O sufentanil nas doses

  6. A prova de trabalho e a via de parto em primíparas com uma cesárea anterior Factors associated with mode of delivery among primipara women with one previous cesarean section and undergoing a trial of labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacinta Pereira Matias

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores associados à cesárea em mulheres com um único parto anterior por cesárea e submetidas à prova de trabalho de parto. MÉTODOS: Estudo de corte transversal retrospectivo, incluindo 1746 mulheres com uma cesárea anterior submetidas à prova de trabalho de parto no segundo parto ocorrendo entre 1986 e 1998. Foram excluídos os casos com atual gestação múltipla e/ou com malformações fetais incompatíveis com a vida. Elas foram divididas pelo tipo de parto atual em dois grupos: cesárea (n=731 e parto vaginal após cesárea (PVAC, n=1015. A análise estatística para a identificação de fatores associados ao tipo de parto foi feita por meio do cálculo da razão de prevalência (RP e IC 95%, sendo feito também o ajuste por idade, excluindo-se os casos com informações ignoradas em cada análise. RESULTADOS: A taxa total de parto vaginal após cesárea foi de 58,1%. Os fatores significativamente associados com parto por cesárea foram: maior idade materna, maior altura uterina (RP 1,5; IC 95% 1,19-1,88, rotura prematura de membranas (1,3; 1,08-1,54, líquido amniótico não claro (1,22; 1,04-1,43 ou com quantidade alterada (1,32; 1,01-1,73, alteração dos batimentos cardíacos fetais (1,96; 1,68-2,28, apresentação não cefálica (2,03; 1,54-2,66, indução do parto (1,74; 1,42-2,11 e ausência de analgesia (2,57; 2,11-3,11. CONCLUSÃO: Os fatores associados ao parto por cesárea foram a maior idade, apresentação não-cefálica, rotura prematura de membranas, fetos grandes, necessidade de indução do trabalho de parto, e sinais de comprometimento da vitalidade fetal.OBJECTIVE: To identify factors associated with cesarean section in women with only one previous delivery by cesarean section and undergoing a trial of labor. METHODS: A retrospective cross sectional study was performed from 1986 to 1998 including a total of 1746 women with one prior cesarean section and delivering after a trial of labor

  7. O significado do parto na visão de casais grávidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Márcia Spanó Nakano

    1994-06-01

    Full Text Available Os programas de educação e treinamento da mulher para o parto utilizando dos métodos psicossomáticos, têm se mostrado ineficientes. O objetivo deste trabalho é identificar as idéias pré-existentes que o casal grávido atribui ao evento parto, possibilitando redirecionar os cursos de orientação pré-natal, atendendo ao casal como unidade, de modo a ajudá-lo a ter o parto que deseja. As idéias sobre o parto foram emitidas pelos casais em grupo durante o curso, utilizando-se da técnica de Brainstorming (OSBORN, 1957. O parto foi identificado como um processo biológico e inerente às mulheres, trazendo emoções variadas e ambivalentes para ambos os sexos, além de constituir-se em um momento de consolidação social dos papéis maternos e paternos. Conclui-se que o parto é um período crítico que desencadeia reações biológicas, psicológicas e sociais, sendo essencial que nos cursos se atente para o processo de significação do mesmo.

  8. Parto domiciliar planejado: resultados maternos e neonatais Parto domiciliario planificado: resultados maternos y neonatales Planned homebirth: maternal and neonatal outcomes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Maria Colacioppo

    2010-12-01

    Full Text Available A hospitalização de todas as parturientes, em nome da segurança e bem-estar da mãe e bebê, introduziu uma assistência mecânica, impessoal e intervencionista no parto, fazendo ressurgir o parto em domicílio. A bibliografia a respeito é escassa, justificando-se a produção de dados sobre partos domiciliares. O objetivo foi descrever o processo e os resultados maternos e neonatais em partos domiciliares planejados. Foram coletados dados de 70 partos assistidos por enfermeiras obstétricas, em São Paulo, Brasil. Os resultados indicaram que 61,4% das mulheres tinham 30 anos ou mais; 71,4% possuíam ensino superior; 97,1% viviam com companheiro; 64,3% exerciam atividade remunerada; 54,3% eram nulíparas; a taxa de remoção materna para o hospital foi de 5,7% por indicação obstétrica e 14,3% a pedido; 92,9% foram partos normais; 63,6% escolheram posições verticais e 57,5% tiveram períneo íntegro ou laceração de primeiro grau; todos os recém-nascidos apresentaram Apgar =7 no 5º minuto e um bebê foi removido para o hospital com seis horas de vida, devido a arritmia cardíaca. O uso criterioso de intervenções obstétricas e neonatais no parto domiciliar e a produção de evidências científicas sobre sua segurança podem contribuir para a transformação do atual modelo de assistência ao parto no Brasil.La hospitalización de todas las parturientas, en el nombre de la seguridad y el bienestar de madre y bebé, introdujo una asistencia mecánica, impersonal e intervencionista en el parto, haciendo resurgir el parto domiciliario. La literatura sobre este tema es escasa, justificando la producción de datos sobre los nacimientos en el hogar. El objetivo fue describir el proceso y los resultados maternos y neonatales en partos domiciliarios planificados. Se recogieron datos de 70 partos atendidos por enfermeras obstétricas. Los resultados indicaron: 61,4% de las mujeres tenían edad = 30 años; 71,4% tenían educación superior

  9. A vivência de mulheres no parto domiciliar e hospitalar La vivencia de mujeres en el parto domiciliar y hospitalario Women experience with home and hospital childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cilene Delgado Crizóstomo

    2007-03-01

    Full Text Available Estudo com abordagem qualitativa, objetivando compreender na vivência das mulheres a experiência do parto normal domiciliar e hospitalar bem como discutir a vivência das mulheres nos dois tipos de partos. Os sujeitos do estudo foram sete mulheres multíparas residentes em Batalha PI, e o instrumento utilizado foi um roteiro semi-estruturado com a técnica da entrevista. Os resultados revelaram que os partos domiciliares vivenciados pelas mulheres aconteceram mais rápido, de forma natural, sem intervenções e assistidos por parteiras ou por suas mães. As posições de preferência durante o parto domiciliar foram na rede e no assento, e os partos hospitalares foram laboriosos, complicados e com intervenções traumáticas. A melhor posição e o melhor local do parto escolhidos pelas entrevistadas foram na rede e o domicílio, respectivamente. Conclui-se que o parto domiciliar foi natural e humanizado, já o parto normal hospitalar foi conduzido pelos profissionais com intervenções sem a participação ativa das parturientes, tornando-o traumático, desumano e de risco.Estudio con abordaje cualitativo, objetivando entender la experiencia de mujeres en parto natural en el domicilio y en el hospital, en cuanto se discute la experiencia de las mujeres en ambos tipos de parto. Los sujetos del estudio fueron siete mujeres multiparas que viven en Batalha - Piauí - Brasil, y los instrumentos usados fueran un guión semi-estructurado con la técnica de la entrevista. Los resultados revelaron que los partos en el domicilio experimentados por las mujeres sucedieron más rápidamente, de una manera natural, sin intervenciones y asistido por parteras o por sus madres. Las posiciones preferidas durante el parto en el domicilio fueron en la red y en el asiento, y los partos en el hospital fueran laboriosos, complicados y con intervenciones traumáticas. La mejor posición y la mejor localización del parto, escogidos por las entrevistadas, fueron la

  10. Transvaginal ultrasound ovarian diathermy: sheep as an experimental model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pimentel Anita M

    2012-01-01

    Full Text Available Abstract Background Some techniques of transvaginal ovarian drilling have been previously described. Nevertheless a monopolar transvaginal ovarian cauterization, that use the expertise and safety of transvaginal puncture for oocyte captation seems to be an easier and feasible approach. The aim of this study was to develop a minimally invasive ovarian cauterization technique under transvaginal ultrasound control, and to evaluate the safety of the transvaginal ovarian monopolar cauterization, female sheep at reproductive age were used as an experimental model. Findings An experimental study was performed in a university research center. Seventeen female sheep (15 Corriedale e 2 Suffolk in reproductive age were submitted to transvaginal ovarian cauterization with a monopolar Valleylab Force 2 electrocautery. Macroscopic and microscopic lesions were assessed. Ovarian size were 1.31 cm2 ± 0,43 (Corriedale and 3.41 cm2 ± 0,64 (Suffolk. From 30 ovaries from Corriedale sheep punctured, only 3 were cauterized, presenting macroscopic and typical microscopic lesion. In the Suffolk sheep group, only one ovary was cauterized. No lesion could be found in the needle path. Conclusions This is the first experimental animal model described for ovarian cauterization needle guided by transvaginal ultrasound. The sheep does not seem to be the ideal animal model to study this technique. Another animal model, whose ovaries are better identified by transvaginal ultrasound should be sought for this technique, theoretically less invasive, before it could be offered safely to women with polycystic ovary syndrome.

  11. Prolapsed simple ureterocele: evaluation by transvaginal voiding sono-urethrography.

    Science.gov (United States)

    Taori, Kishor; Joshi, Manisha; Dhakate, Suresh; Disawal, Amit; Nathe, Vibhavari; Mone, Rachna

    2011-01-01

    Prolapsed ureterocele is a rare complication that may present with acute bladder outlet obstruction, generally in female infants. We present a case of prolapsed simple ureterocele in an adult woman, evaluated by transvaginal micturating sono-urethrography. High-frequency transvaginal sonography of the urethra performed during micturation revealed the relationship of the ureterocele with the urethral wall.

  12. Condutas para o trabalho de parto prematuro

    OpenAIRE

    Bittar,Roberto Eduardo; Carvalho,Mário Henrique Burlacchini de; Zugaib, Marcelo

    2005-01-01

    O parto prematuro é a principal causa de morbidade e mortalidade neonatal. Cerca de 75% dos nascimentos prematuros são decorrentes do trabalho de parto espontâneo. A patogenia do parto prematuro espontâneo é complexa e o sucesso do seu manejo depende da pesquisa cuidadosa dos riscos maternos e fetais para dar continuidade ou não à gestação. O objetivo deste artigo é fazer uma revisão do diagnóstico do trabalho de parto prematuro, tocólise, corticoterapia, tratamento antibiótico e assistência ...

  13. Indicadores de risco para o parto prematuro

    OpenAIRE

    Bittar,Roberto Eduardo; Zugaib, Marcelo

    2009-01-01

    Entre os vários fatores clínicos para o parto prematuro, alguns apresentam riscos substanciais, tais como história de parto prematuro, gemelidade e sangramento vaginal do segundo trimestre. No entanto, tais fatores estão presentes na minoria das mulheres que evoluem para o parto prematuro e, portanto, possuem baixa sensibilidade. A dilatação, o esvaecimento e a posição do colo uterino diagnosticados pelo toque vaginal têm sido relacionados ao aumento do risco para o parto prematuro, mas possu...

  14. Obesidad materna y riesgo de parto prematuro

    OpenAIRE

    Carvajal C,Jorge; Vera P-G.,Claudio

    2014-01-01

    Importancia: El parto prematuro es la principal causa de mortalidad, morbilidad y discapacidad a largo plazo en el período infantil, y estos riesgos aumentan a medida que disminuye la edad gestacional. La obesidad aumenta el riesgo de parto prematuro, pero la asociación entre el sobrepeso y la obesidad y subtipos de parto prematuro no son claras. Objetivo: Estudiar la asociación entre el índice de masa corporal (IMC) al comienzo del embarazo temprano y el riesgo de parto prematuro por edad ge...

  15. LA MUSICA EN EL TRABAJO DE PARTO

    OpenAIRE

    Cruz P.,Sandra; Pirovich B.,Hugo; Peña T.,Eloísa

    2003-01-01

    Este trabajo es una propuesta de apoyo al Parto Natural en el convencimiento que la parturienta que inicia relajada su Trabajo de Parto y en un lugar con ambiente sonoro controlado, íntimo, silencio y privado, necesariamente tendría un parto natural. Se aplica la Música Barroca durante la Fase latente del trabajo de parto ya que por sus nobles virtudes estéticas -auditivas y sus características técnicas- musicales, media en la relajación y bienestar de la parturienta. Se privilegia el silenci...

  16. Desempenho e digestibilidade dos nutrientes de rações com casca do grão de soja em substituição ao milho para cabras Saanen em lactação e no pré-parto Performance and nutrients digestibility of rations with soybean hulls as a corn ground replacement for Saanen goats, in prepartum and lactation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maximiliane Alavarse Zambom

    2008-07-01

    Full Text Available Objetivou-se com este experimento avaliar o desempenho produtivo, a digestibilidade da matéria seca e dos nutrientes e a composição do leite de cabras Saanen alimentadas com rações contendo casca do grão de soja (CGS em substituição ao milho (0, 50 ou 100%CGS no período da lactação até o pré-parto (30 dias. Foram utilizadas 18 cabras (75,70 ± 10,59 kg em delineamento inteiramente casualizado. As dietas apresentaram em média 14,82% PB e 2,28 Mcal de EM/kg MS ingerida. Os animais foram mantidos confinados em baias individuais com controle diário da ração ingerida e da produção de leite. No 150º dia de lactação, e também no 20º dia anterior à data prevista para o parto, iniciou-se a coleta de fezes para determinação da digestibilidade da ração e dos nutrientes. Mensalmente, foram coletadas amostras de leite para análise dos principais constituintes. Os níveis de CGS não influenciaram o peso corporal (PC, as ingestões de matéria seca (IMS e matéria orgânica (IMO, a digestibilidade de matéria seca (DMS, matéria orgânica (DMO e proteína bruta (DPB para produção de leite, a eficiência de produção de leite e a composição do leite no período de lactação. Também não afetaram o PC e as digestibilidades de MS e MO no período pré-parto. Os níveis de CGC influenciaram as ingestões de proteína bruta e fibra em detergente neutro e a digestibilidade da fibra em detergente neutro nos dois períodos avaliados. No período pré-parto, os maiores resultados para ingestão de MS e MO, digestibilidade da PB e nitrogênio uréico no plasma foram obtidos no nível de 100%CGS. A utilização de casca do grão de soja em substituição ao milho moído na alimentação de cabras Saanen em lactação não altera o desempenho produtivo e a composição do leite.This experiment was carried out to evaluate productive performance, dry matter and nutrient digestibility, and milk composition of Saanen goats fed rations

  17. Resultados maternos e neonatais em Centro de Parto Normal peri-hospitalar na cidade de São Paulo, Brasil Resultados maternos y neonatales en un Centro de Parto Normal perihospitalario en la ciudad de São Paulo, Brasil Maternal and perinatal outcomes of an alongside hospital Birth Center in the city of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Fagundes Lobo

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo foi descrever os resultados maternos e perinatais da assistência no Centro de Parto Normal Casa de Maria (CPN-CM, na cidade de São Paulo. A amostra probabilística foi de 991 parturientes e seus recém-nascidos, assistidos entre 2003 e 2006. Os resultados mostraram que 92,2% das parturientes tiveram um acompanhante de sua escolha e as práticas mais utilizadas no parto foram banho de aspersão ou imersão (92,9%, amniotomia (62,6%, deambulação (47,6%, massagem de conforto (29,8% e episiotomia (25,7%. Com relação aos recém-nascidos, 99,9% apresentaram índice de Apgar = 7 no quinto minuto; 9,3% receberam aspiração das vias aéreas superiores; nenhum necessitou ser entubado; e 1,4% foram removidos para o hospital. O modelo de assistência praticado no CPN-CM apresenta resultados maternos e perinatais esperados para mulheres com baixo risco obstétrico, sendo alternativa segura e menos intervencionista no parto normal.El objetivo fue describir los resultados de la atención materna y perinatal en el Centro de Parto Normal Casa de María (CPN-CM, en la ciudad de São Paulo, Brasil. La muestra probabilística se constituyó de 991 madres y sus recién nacidos, atendidos entre 2003 y 2006. Los resultados mostraron que 92,2% de las madres tenía un acompañante de su elección y las prácticas más utilizadas en el parto fueron el baño de aspersión o inmersión (92,9%, la amniotomía (62,6%, ambulación (47,6%, masaje de confortación (29,8% y episiotomía (25,7%. Con respecto a los recién nacidos, el 99,9% presentaba índice de Apgar = 7 en el minuto cinco, el 9,3% recibió aspiración de las vías aéreas superiores, ninguno necesitó ser entubado y el 1,4% fue trasladado a un hospital. El modelo de atención practicado en el CPN-CN presenta resultados maternos y perinatales esperados para mujeres con bajo riesgo obstétrico, demostrando ser una alternativa segura y menos invasiva en el parto normal.The aim of this study was to

  18. Embarazo, parto y puerperio: creencias y prácticas de parteras en San Luis Potosí, México Gravidez, parto e puerpério: crenças e práticas de parteiras em San Luis Potosi, México Pregnancy, delivery and puerperium: beliefs and practices of midwives in San Luis Potosi, Mexico

    OpenAIRE

    Blanca Pelcastre; Norma Villegas; Verónica De León; Agustín Díaz; Doris Ortega; Manuel Santillana; Juana de los Ángeles Mejía

    2005-01-01

    OBJETIVO: Documentar las creencias y las prácticas de las parteras tradicionales respecto al embarazo parto y puerperio. MÉTODOS: Aprovechando un curso de capacitación de 160 parteras tradicionales locales de las regiones Media y Huasteca del Estado de San Luis Potosí, México, dos de las enfermeras-instructoras entrevistaron a 25 de los capacitandos, apoyadas por un miembro de las comunidades náhuatl y tenek. La identidad de los participantes se mantiene anónima y se obtuvo permiso para publi...

  19. Avaliação da assistência ao parto em maternidade terciária do interior do Estado de São Paulo, Brasil Evaluation of delivery care in a tertiary maternity in the interior of State of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Cristina Manzini

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a estrutura e o processo de assistência ao parto e ao recém-nascido desenvolvidos na maternidade e na unidade de neonatologia de uma instituição hospitalar de nível terciário do interior do Estado de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo, transversal, voltado para a análise da adesão às normas preconizadas pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde em relação ao parto, avaliando-se os recursos existentes e as atividades desenvolvidas durante a assistência. Os dados foram colhidos nos anos de 2004 e 2005, a partir de entrevista com o gestor da maternidade, análise de 293 prontuários amostradose observação de 29 partos realizados. RESULTADOS: a avaliação da estrutura evidenciou a disponibilidade de equipamentos, instrumentais e medicamentos, de obstetra, pediatra e anestesista eausência de quartos de pré-parto, parto e puerpério.Na análise do processo observouse, entre outras,frequências regulares relacionadas à verificação de pressão arterial e ausculta dos batimentos cardíacos fetais; o preenchimento do partograma foi satisfatório; na assistência ao recém-nascido, foram insatisfatórios o aleitamento na primeira hora de vida e ocontato pele a pele. CONCLUSÕES: algumas práticas úteis no partonormal foram pouco utilizadas. Percebese uma tendência à incorporação de práticas baseadas em evidências científicas, quando se considerou a realização de procedimentos como tricotomia, enteroclisma e episiotomia, demonstrando uma mudançapositiva na assistência ao parto.OBJECTIVES: to evaluated the structure and care provided on delivery and for newborns by the maternity an neonatal unit of a tertiary hospital of the interior of State of São Paulo, Brazil. METHODS: a crosscutting descriptive study was carried out in accordance with the desired standards of the Ministry of Health and World Health Organization regarding care on delivery, evaluating the resources and the

  20. As implicações da posição materna no trabalho de parto

    OpenAIRE

    2014-01-01

    O presente relatório pretende fazer a síntese do estágio profissionalizante, realizado no âmbito do Curso de Mestrado em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia. A sua narrativa visa as atividades desenvolvidas no âmbito do Estágio de Gravidez com Complicações, Trabalho de Parto e Parto, Pós-Parto e Adaptação à Parentalidade. De uma forma geral é evidenciado o percurso rumo à aquisição de competências específicas do Enfermeiro Especialista em Saúde Materna e Obstetrícia, nestas três áreas d...

  1. Do imaginário ao real: mitos e medos acerca do parto normal.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denismar Borges de MIRANDA

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: conhecer mitos e medos relacionados ao parto normal segundo primigestas ao término da gestação, e a confirmação ou não destes mitos e/ou medos durante o puerpério tardio. Método: trata-se de pesquisa descritiva com abordagem qualitativa utilizando a técnica de entrevista aberta em profundidade e aplicação de questionários em dois momentos distintos: inicialmente na condição de gestante e posteriormente como puérperas. Os dados foram levantados em uma maternidade pública na cidade de Goiânia após aprovação do comitê de ética em pesquisa (0004.0.168.000-08; análise de conteúdo foi estabelecida para identificação das categorias temáticas. Resultados: emergiram três categorias: A chegada de um bebê, O verdadeiro significado do parto normal e Mitos e medos que permeiam o nascimento. Conclusão: a dor foi identificada como principal fator cultural que interfere na escolha pelo tipo de parto em primigestas. E o parto normal esteve associado à desmistificação acerca do nascimento pelas puérperas.

  2. Induction of labor with titrated oral misoprostol solution versus oxytocin in term pregnancy: randomized controlled trial Indução do trabalho de parto por meio de solução oral titulada de misoprostol versus oxitocina em gestação a termo: estudo controlado randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rezvan Aalami-Harandi

    2013-02-01

    Full Text Available PURPOSE: To evaluate the effectiveness and the safety of orally administered misoprostol in comparison to intravenously infused oxytocin for labor induction in term pregnant women. METHODS: Between 2008 and 2010, a total of 285 term pregnant women whom were candidate for vaginal delivery were assessed for eligibility to enter the study. Twenty five patients were excluded for different reasons; and 260 included women were randomly assigned to one of the two groups according to the method of treatment, misoprostol or oxytocin. The misoprostol group received 25 µg every 2 hours for up to 24 hours for induction. The oxytocin group received an infusion of 10 IU which was gradually increased. The time from induction to delivery and induction to the beginning of the active phase and successful inductions within 12, 18, and 24 hours were recorded. The trial is registered at irct.ir, number IRCT2012061910068N1. RESULTS: Failure of induction, leading to caesarean section was around 38.3% in the oxytocin group and significantly higher than that of the misoprostol group (20.3% (pOBJETIVO: Avaliar a eficácia e segurança do misoprostol administrado por via oral em comparação à infusão de oxitocina para a indução do trabalho de parto em gestantes a termo. MÉTODOS: Entre 2008 e 2010, um total de 285 gestantes a termo candidatas para parto vaginal foram avaliadas quanto à eligibilidade para inclusão no estudo. Vinte e cinco pacientes foram excluídas por várias razões, e as 260 mulheres incluídas foram divididas aleatoriamente em dois grupos de acordo com o método de tratamento, misoprostol ou oxitocina. O grupo tratado com o misoprostol recebeu 25 µg cada 2 horas durante um máximo de 24 horas para indução. O grupo tratado com oxitocina recebeu infusão de 10 UI, que foi aumentada gradativamente. O tempo a partir da indução até o início da fase ativa e as induções bem-sucedidas dentro de 12, 18 e 24 horas foram registrados. O ensaio foi

  3. Componentes do cuidado de enfermagem no processo de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Thaise Frello

    2010-12-01

    Full Text Available O cuidar é necessário durante todo o processo do parto, e conhecer o que as mulheres têm a dizer sobre suas experiências permite que as práticas sejam repensadas. Assim, este estudo teve como objetivo identificar como se apresentam os Componentes do Cuidado de Enfermagem nas falas das puérperas acerca do seu processo de parto. Trata-se de uma pesquisa qualitativa envolvendo três instituições públicas de cada um dos estados da Região Sul do Brasil no período de agosto a dezembro de 2006, tendo como sujeitos 28 puérperas, entrevistadas no alojamento conjunto por meio de entrevista semi-estruturada. Os dados foram analisados conforme passos propostos por Creswell. O referencial teórico utilizado para sustentar a coleta e análise de dados foram os Componentes do Cuidado de Enfermagem propostos por Carraro, baseados em Nightingale e Semmelweis. Os resultados apontam os aspectos relativos ao cuidado da mulher no processo do parto, possibilitando ter clareza sobre suas necessidades de forma a qualificar o cuidado prestado. Desta forma, seus depoimentos contribuem para promover a reflexão e futuras mudanças nos cuidados prestados pela Enfermagem e toda a Equipe de Saúde.

  4. Tipo de parto: expectativas das mulheres Tipo de parto: expectativas de las mujeres Childbirth types: women's expectations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de Oliveira

    2002-10-01

    Full Text Available Estudo descritivo e exploratório, realizado mediante entrevista com 221 puérperas que tiveram parto em maternidades públicas estaduais, localizadas no município de São Paulo. Teve como objetivos: 1. identificar o tipo de parto esperado pelas mulheres, considerando a via vaginal ou cesariana, e sua justificativa; 2. verificar a ocorrência do tipo de parto, segundo as expectativas dessas mulheres; 3. comparar a indicação médica da cesariana com o entendimento das mulheres sobre justificativa dessa intervenção. Os dados revelam que 74,7% tinham expectativa de que o parto fosse normal, e 25,3%, de que fosse cesárea. O parto normal, esperado por 165 entrevistadas, ocorreu em 66,1% dessas mulheres. A justificativa mais citada pelas mulheres para esperar o parto normal foi a recuperação pós-parto mais rápida e, para a cesárea, ter tido cesárea anterior. As justificativas apresentadas por 61 mulheres para a realização da cesariana não era coincidente com a indicação médica em 47,5% dos casos.Estudio descriptivo y exploratorio, realizado mediante entrevista con 221 puerperas que tuvieron el parto en maternidades públicas de en la ciudad de São Paulo. La investigación tuvo como objetivos: 1. identificar el tipo de parto esperado por las mujeres, considerando la vía vaginal o cesárea y su justificación; 2. verificar la ocurrencia del tipo de parto, según las expectativas de esas mujeres; 3. comparar la indicación médica da la cesárea con la comprensión de las mujeres sobre la justificación para esa intervención. Los datos muestran que 74,7% de las mujeres tenían la expectativa de que el parto fuese normal y 25,3% que fuese cesárea. El parto normal, esperado por 165 entrevistadas, ocurrió en 66,1% de estas mujeres. La justificativa más utilizada por las mujeres para esperar el parto normal fue la recuperación postparto más rápida y para la cesárea, haber tenido la cesárea anterior. La justificación presentada

  5. Identification of molecular markers on bovine chromosome 18 associated to calving interval in a Brangus-Ibagé cattle herd Identificação de marcadores moleculares no cromossomo bovino 18 associados ao intervalo entre partos em um rebanho Brangus-Ibagé

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tania de Azevedo Weimer

    2007-10-01

    Full Text Available In the detection phase of a bovine marker assisted selection program, this paper investigated the genetic variability of three microsatellites on the chromosome 18 (BTA 18. The possible associations between genotypes or alleles of these markers versus weight at first calving and a lifetime calving interval (as indicators of reproductive performance were evaluated in a beef cattle herd (5/8 Aberdeen Angus x 3/8 Nelore. Eleven alleles were detected in TGLA227 and ILSTS002 and three in BMS3004, the most frequent being TGLA227*79, ILSTS002*133, ILSTS002*135 and BMS3004*129. Polymorphic information content ranged from 0.41 to 0.84, while heterozygosity ranged from 49% to 86%, with an average value of 77%. The association analyses performed between genotype classes for the genetic markers versus weight at first calving indicated no significant result. Also, no correlation was observed between calving interval (CI and TGLA227 genotypes. However, positive associations were detected between ILSTS002 and BMS3004 and CI. Animals carrying at least one ILSTS002*135 allele presented a CI about 39 days longer than the individuals with other genotypes; animals heterozygous for BMS3004 presented a CI about 35 days shorter than the homozygous. On these grounds, it can be concluded that these markers can be useful as an aid to fertility selection, in this herd.Na fase de detecção, em um programa de seleção assistida por marcadores, em bovinos, este trabalho investigou a variabilidade genética de três microssatélites no cromossomo 18 (BTA 18. As possíveis associações entre genótipos ou alelos destes marcadores versus o peso ao primeiro parto e o intervalo entre partos (como indicadores do desempenho reprodutivo foram avaliados em um rebanho de gado de corte (5/8 Aberdeen Angus x 3/8 Nelore. Onze alelos foram detectados em TGLA227 e ILSTS002 e três em BMS3004, os mais freqüentes sendo TGLA227*79, ILSTS002*133, ILSTS002*135 e BMS3004*129. O conte

  6. USO DA PGF2? NO PUERPÉRIO PARA REDUZIR O ANESTRO PÓS-PARTO DE CABRAS EM ALEITAMENTO CONTÍNUO E CONTROLADO USE OF PGF2? ON THE PUERPERIO TO REDUCE THE POS-PARTUM ANESTROUS OF CONTINUOS OR CONTROLLED SUCKLING GOATS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Fernandes Lima

    2008-07-01

    Full Text Available

    Objetivou-se estudar os efeitos da administração da PGF2α sobre o período de anestro pós-parto de oitenta cabras, em aleitamento contínuo ou controlado, criadas em sistema semi-extensivo com acesso à água e sal mineral <em>ad libitumem>. As fêmeas, com idade entre dois e seis anos, foram aleatoriamente distribuídas em três grupos experimentais (GI, GII, GIII. As do GI (n = 30 receberam, na musculatura vulvar, 250µg de PGF2α no 6o e 12o dias após o parto. As do GII (n = 30 foram tratadas, pela mesma via e com a mesma dose de PGF2α, no 6o, 7o, 8o, 9o e 10o dias do pós-parto, e as do GIII (n = 20 serviram como controle. Realizou-se a detecção do estro por rufião com auxílio de pessoal habilitado e efetuaram-se as coberturas com reprodutores de fertilidade comprovada. Analisaram-se os dados através da ANOVA e do cálculo do erro-padrão da diferença entre proporções. Não se verificou diferença (P > 0,05 das porcentagens de estro entre os três grupos experimentais; todavia, a duração média do anestro pós-parto foi significativamente reduzida (P < 0,05 nos animais tratados com PGF2α. Houve redução significativa (P < 0,05 do anestro pós-parto das fêmeas em aleitamento controlado. Não se registrou diferença (P > 0,05 nas porcentagens de prenhez entre os diferentes grupos. Os dados obtidos permitem concluir que a administração da PGF2α no início do puerpério é eficiente para reduzir o período de anestro pós-parto, especialmente nas fêmeas em aleitamento controlado; contudo, não exerce influência sobre a fertilidade de cabras SRD com aptidão para produção de carne.

    PALAVRAS-CHAVES: Caprino, estro, prostaglandina, puerpério.

    This work aimed to

  7. Embarazo, parto y puerperio: creencias y prácticas de parteras en San Luis Potosí, México Gravidez, parto e puerpério: crenças e práticas de parteiras em San Luis Potosi, México Pregnancy, delivery and puerperium: beliefs and practices of midwives in San Luis Potosi, Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blanca Pelcastre

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Documentar las creencias y las prácticas de las parteras tradicionales respecto al embarazo parto y puerperio. MÉTODOS: Aprovechando un curso de capacitación de 160 parteras tradicionales locales de las regiones Media y Huasteca del Estado de San Luis Potosí, México, dos de las enfermeras-instructoras entrevistaron a 25 de los capacitandos, apoyadas por un miembro de las comunidades náhuatl y tenek. La identidad de los participantes se mantiene anónima y se obtuvo permiso para publicar los resultados mediante consentimiento informado. RESULTADOS: Las prácticas de las parteras (os tradicionales son comunes en los grupos sociales que carecen de servicios de salud. Sus funciones no están limitadas al parto e incluyen nutrición, cuidados prenatales, del puerperio y la lactancia, así como apoyo afectivo emocional de las madres parturientas y sus familiares. En este estudio se registraron varios mitos y terapias tradicionales. CONCLUSIÓN: Los recursos de la terapia tradicional y de la atención primaria de la salud de las parteras Náhuatl y Tenek son útiles y benéficos para los cuidados perinatales.OBJETIVO: Documentar as crenças e as práticas das parteiras tradicionais quanto à gravidez, parto e puerpério. MÉTODO: Aproveitando um curso de capacitação de 160 parteiras tradicionais locais das regiões Media e Huasteca do Estado de São Luís Potosi, México, duas das enfermeiras-instrutoras entrevistaram 25 participantes do curso, apoiadas por um membro das comunidades náhuatl e tenek. Foi garantido o anonimato dos participantes, que concordaram com a publicação dos resultados, mediante o termo de consentimento esclarecido. RESULTADOS: As práticas das (os parteiras (os tradicionais são comuns nos grupos sociais carentes de servicos de saúde. Suas funções não estão limitadas ao parto, compreendem nutrição, cuidados do pré-natal, do puerpério e da lactância, assim como apoio afetivo emocional das m

  8. Postpartum depression in Recife - Brazil: prevalence and association with bio-socio-demographic factors Depressão pós-parto em Recife - Brasil: prevalência e associação com fatores biossociodemográficos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury Cantilino

    2010-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE:To use a semi-structured interview to detect depression in postpartum women according to the criteria proposed by the DSM in child health care clinics in the city of Recife, together with the proper association of this disorder to bio-socio-demographic data. METHODS: The study used a cross-section method and contained a convenience sample of 400 women that were between 2 and 26 weeks of postpartum in child health care clinics. A bio-socio-demographic questionnaire and the Portuguese version of the Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I Disorders were used. RESULTS: Twenty nine of the mothers (7.2% were diagnosed as suffering from postpartum depression. Women with a past history of psychiatric disorders, a family history of psychiatric disorder and some sort of clinical complication presented a higher prevalence of depression. The same happened to those with a past history of spontaneous abortion, those who had a transpelvic birth and those over 8 weeks of puerperium. CONCLUSION: The rate of postpartum depression in this sample, 7.2%, was lower than that reported by other Brazilian studies. It probably occurred because the other researchers used screening scales to assess this estimate instead of a clinical interview.OBJETIVO: Utilizar uma entrevista clínica semiestruturada para a detecção de depressão em mulheres puérperas, de acordo com os critérios do DSM em serviços de puericultura da cidade do Recife, juntamente com uma apropriada associação entre esse transtorno e dados biossociodemográficos. MÉTODOS: O estudo utilizou um corte transversal e teve uma amostra de conveniência de 400 mulheres que levavam seus bebês para ambulatórios de puericultura e que estavam entre 2 e 26 semanas de pós-parto. Um questionário biossociodemográfico e a versão em português do Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I Disorders foram utilizados. RESULTADOS: Vinte e nove das mães (7,2% foram diagnosticadas como tendo

  9. Transvaginal Ultrasound-Guided Aspiration of Pelvic Abscesses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P. J. Corsi

    1999-01-01

    Full Text Available Objective: To assess the utility of a less invasive approach to the care of women with a pelvic abscess, we retrospectively reviewed the outcome of women with pelvic abscesses managed by transvaginal ultrasound-guided aspiration.

  10. Associação entre via de parto e complicações maternas em hospital público da Grande São Paulo, Brasil Association between mode of delivery and maternal complications in a public hospital in Greater Metropolitan São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Carlos Machado Junior

    2009-01-01

    Full Text Available O estudo objetivou avaliar associação entre via de parto e complicações maternas. Realizou-se coorte retrospectiva com partos ocorridos durante o ano de 2003, em um hospital público. As complicações avaliadas foram: infecção, hemorragia, histerectomia, rotura uterina, lesão de órgão contíguo, trombose venosa profunda e embolia pulmonar. Utilizou-se a odds ratio (OR e os testes de qui-quadrado de Pearson e de Fisher, além da regressão logística. Estabeleceu-se o nível de 0,05 como significante. Foram encontradas 15 complicações. Tomando-se o parto vaginal como referência, encontrou-se associação entre cesárea e as complicações tomadas em conjunto. Analisando-se variáveis confundidoras, encontrou-se associação das complicações com hipertensão, soropositividade para HIV, placenta prévia e descolamento prematuro de placenta. Após controle para estas quatro variáveis, manteve-se a associação entre cesárea e complicações (OR = 9,7; p = 0,04. Encontrou-se também associação entre complicações e cesárea eletiva comparada ao parto vaginal (OR = 4,7; p = 0,02, e maior proporção de complicações, no limite da significância estatística, nas cesáreas eletivas comparadas à "tentativa de parto vaginal" (OR = 3; p = 0,058. Conclui-se que a cesárea associa-se a complicações maternas, mesmo após a realização de vários ajustes.The purpose of this study was to assess the relationship between mode of delivery and maternal complications, based on a retrospective cohort of all births at a public hospital in 2003. Complications included: infection, hemorrhage, hysterectomy, uterine rupture, lesions in adjacent organs, deep venous thrombosis, and pulmonary embolism. The analysis used odds ratio (OR, chi-squared test, and Fisher's exact test, besides logistic regression. Fifteen complications were identified. Taking vaginal delivery as the reference, an association was found between cesarean section and overall

  11. Estudo clínico e cardiorrespiratório em cadelas gestantes com parto normal ou submetidas à cesariana sob anestesia inalatória com sevofluorano Clinical and cardiorespiratory study in bitches under normal parturition or underwent to cesarean section using inalatory anesthesia with sevoflurane

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D.T. Gabas

    2006-08-01

    Full Text Available Estudaram-se as alterações hemodinâmicas e respiratórias em cadelas, decorrentes do parto normal e da cesariana, utilizando-se sevofluorano como agente de manutenção anestésica. Foram acompanhados seis partos normais e seis cesarianas, sendo as últimas realizadas sob anestesia geral utilizando-se acepromazina, propofol e sevofluorano. Durante o parto normal, ao nascimento de cada filhote, as gestantes foram monitoradas (temperatura retal, pressão arterial não-invasiva, freqüências respiratória e cardíaca, tempo de reperfusão capilar e gasometria. Durante a cesariana foram avaliadas as mesmas características citadas para o parto normal, acrescentando-se a temperatura esofágica e a pressão arterial invasiva, ao longo de todo o período anestésico, além da qualidade da recuperação anestésica. Os valores das variáveis: freqüência cardíaca, pressão arterial, freqüência respiratória, tempo de reperfusão capilar e o pH do sangue arterial no grupo submetido à cesariana foram menores que os das cadelas de partos normais, evidenciando a relativa depressão cardiorrespiratória produzida pelo procedimento anestésico. O protocolo anestésico empregado não comprometeu a viabilidade e a saúde das parturientes e dos filhotes e é seguro em cadelas gestantes, podendo ser utilizado nas operações cesarianas.Haemodynamic and respiratory changes in 12 bitches, being six of natural birth and six caesarean using sevoflurane as an anaesthetic maintenance agent, were studied. The caesarean sections were performed using general anaesthesia, employing acepromazine maleate, propofol and sevoflurane. During natural birth, as each puppy was being delivered, the bitches were evaluated (rectal temperature, non-invasive arterial blood pressure respiratory and cardiac rate, capillary time reperfusion and blood gas values. During the caesarean, the same parameters mentioned for the natural birth were measured, in addition to the esophagus

  12. Parto normal e cesária: representações de mulheres que vivenciaram as duas experiências

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denismar Borges de Miranda

    2008-06-01

    Full Text Available O fenômeno do parto existe desde o surgimento da humanidade e representa a finalização do processo pelo qual se garante a perpetuação da espécie. Este estudo objetiva conhecer elementos da representação social acerca do parto na perspectiva de mulheres que vivenciaram partos normal e cirúrgico. Trata-se de uma pesquisa de campo, qualitativa e descritiva, a qual utiliza a Teoria das Representações Sociais como referencial teórico-metodológico. Os dados foram obtidos a partir de entrevista aberta em profundidade com secundíparas atendidas em maternidade pública municipal localizada em Goiânia entre julho e agosto de 2006. A análise se deu pelo software ALCESTE 4.5. Emergiram dois eixos e cinco classes. O que se apreende quanto aos elementos importantes representacionais do parto é sua estruturação em três pilares, um relacionado aos elementos negativos, outro a parte positiva, e o último constituído por aspectos ligados à sua institucionalização. O parto continua sendo visto como uma experiência esperada, única e relevante na vida das mulheres, apesar da manifestação da dor, e a hospitalização buscada como segurança para o processo da parturição.

  13. Colecistectomía transvaginal (NOTES combinada con minilaparoscopia Transvaginal cholecystectomy (NOTES combined with minilaparoscopy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Dolz

    2007-12-01

    Full Text Available Objetivo: comunicar la primera colecistectomía transvaginal realizada en humanos en nuestro país. Pacientes y métodos: mujer de 35 años de edad con historia de cólicos hepáticos de repetición de etiología litiásica. La intervención la realizó un equipo multidisciplinar constituido por cirujanos, gastroenterólogos y ginecólogos. Consistió en crear un neumoperitoneo mediante una aguja de Veres colocada en el fondo umbilical con posterior colocación de un trócar de 5 mm. Se colocó un segundo trócar de 3 mm en el hipocondrio derecho. Se realizó una colpotomía y colocación de un trócar vaginal de 12 mm que permitió el paso de un videogastroscopio que alcanzó el hilio hepático. Resultados: se realizó la colecistectomía mediante la acción conjunta de instrumentos de trabajo que pasaron por las puertas de entrada de la minilaparoscopia y por el videogastroscopio. La extracción de la vesícula se realizó por vía transvaginal mediante el videogastroscopio. No aparecieron complicaciones postoperatorias siendo la paciente dada de alta al cabo de 24 horas. Conclusiones: la colecistectomía transvaginal mediante la acción conjunta de un equipo multidiscliplinar es posible y segura. La cirugía endoscópica transluminal a través de orificios naturales (NOTES, es una modalidad emergente que intenta ser menos invasiva, mejor tolerada y más respetuosa con el daño estético que la cirugía laparoscópica y probablemente será la puerta de entrada de innovaciones médicas y tecnológicas de gran trascendencia durante los próximos años.Objective: to report on the first transvaginal cholecystectomy performed on a human being in Spain. Patients and methods: a 35-year-old female with a history of recurrent bouts of biliary pain resulting from gallstones. A surgical procedure was performed by a multidisciplinary team composed of surgeons, gastroenterologists, and gynecologists. It involved creating a pneumoperitoneum by placing a

  14. Freqüência de testagem rápida para o HIV durante a admissão para o parto em puérperas no Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira, IMIP HIV testing prevalence during antenatal care in women admitted for delivery at the Instituto Materno Infantil Professor Fernando Figueira, IMIP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Celina Rocha Morimura

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVOS: determinar a prevalência da testagem anti-HIV no pré-natal e internamento para o parto e identificar fatores associados à realização e recebimento do resultado dos testes em parturientes. MÉTODOS: estudo descritivo, com 400 puérperas atendidas no Centro de Atenção à Mulher do IMIP Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira, IMIP. RESULTADOS: chegaram à admissão para o parto sem o resultado do teste anti-HIV, 154 (38,5% mulheres. Dessas, foi solicitado "teste rápido" em 134 (87,0%, porém só foram colhidos em 130 (84,5%. Observou-se que: o número de consultas realizadas no pré-natal, (p=0,001 o número de profissionais que atenderam a mulher no pré-natal e a escolaridade (p=0,006 tiveram associação significativa com a realização do exame anti-HIV no pré-natal, mas não com o recebimento do mesmo. O aconselhamento e oferecimento do teste tanto no pré-natal como na admissão para o parto também apresentaram associação significativa com a realização do anti-HIV durante o pré-natal. CONCLUSÕES: a prevalência de testagem anti-HIV no pré-natal e/ou na triagem foi satisfatório no aspecto quantitativo, porém o recebimento do resultado tanto no pré-natal quanto na admissão para o parto , bem como o aconselhamento pós-teste, foi aquém do recomendado.OBJECTIVES: to determine HIV testing prevalence during antenatal care and hospital admission for delivery and identify factors associated to pregnant women testing and results delivery. METHODS: a descriptive study comprised of 400 puerperal women seen at the Women Care Center of Instituto Materno Infantil Professor Fernando Figueira, IMIP. RESULTS: one hundred and fifty four (38.5% women were admitted for delivery without having received the results of the anti-HIV test. One hundred and thirty four women (87.0% had been prescribed a "fast HIV test" but only 130 were tested (84.5%. The following was determined: the number of antenatal medical visits ((p<0

  15. Iniquidade na assistência à gestação e ao parto em município do semiárido brasileiro Inequality in health care for women during gestation and delivery in a municipality in the semi-arid region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia S Mano

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a iniquidade na assistência à gestação e ao parto para menores de cinco anos residentes no município de Caracol, Piauí, Brasil. MÉTODOS: usando delineamento transversal, amostragem sistemática e aplicação de questionário domiciliar foram coletadas informações sobre características demográficas de mães e crianças, assistência à gestação e ao parto e nível socioeconômico. Por meio da técnica de componentes principais, criou-se um escore em tercis. As associações deste escore com as variáveis relativas à assistência à gestação e ao parto foram avaliadas pelos testes qui-quadrado e Kruskal- Wallis. RESULTADOS: todas as 405 crianças incluídas no estudo eram provenientes de famílias com renda inferior a um salário mínimo mensal; 65% residiam em área rural. Mães pertencentes ao maior tercil socioeconômico realizaram um maior número de consultas de pré-natal; realizaram maior número de exames de urina, hemograma, citopatológico de colo uterino e ultrassonografia, tiveram o parto realizado por médico e foram mais frequentemente submetidas à cesariana. CONCLUSÕES: mesmo entre os mais pobres, há enormes iniquidades em saúde. Combater os determinantes desta pobreza com programas sociais mais agressivos é imperativo, assim como priorizar o atendimento aos mais pobres dentre os pobres.OBJECTIVES: to evaluate inequality in health care during gestation and delivery for women with children under five years of age resident in the Municipality of Caracol, in the Brazilian State of Piauí. METHODS: a household questionnaire was applied to a cross-sectional systematic sample to collect data on the demographic characteristics of mothers and children, health care during pregnancy and deliver and socio-economic status. A tercile score was created using the principal component technique. The associations between this score and variables relating to health care for women during pregnancy and childbirth

  16. Postpartum weight retention among women in Rio de Janeiro: a follow-up study Retenção de peso ao longo de nove meses pós-parto em mulheres residentes no Município do Rio de Janeiro: um estudo de seguimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Kac

    2003-01-01

    Full Text Available This study presents follow-up results on trends in postpartum weight retention among women in the city of Rio de Janeiro, Brazil, at 0.5, 2, 6, and 9 months postpartum. The outcome variable, weight retention, was calculated by subtracting the reported pre-pregnancy weight from the observed weight at each interview. Statistical analyses used means and a 95% confidence interval for weight retention. Mean weight retention was 4.7, 4.1, 3.4, and 3.1kg at 0.5, 2, 6 and 9 months postpartum, respectively. At completion of the study, the largest weight retention was observed in women over 30 years of age (4.2kg and with 30% or more of body fat (5.9kg. The rate of reduction in weight retention was 0.4kg/month, 0.2kg/month, and 0.1kg/ month for the periods 0.5-2, 2-6, and 6-9 months, respectively. The largest reductions were observed among young, single women and those with O objetivo deste estudo é apresentar resultados sobre a evolução da magnitude da retenção de peso em mulheres brasileiras, acompanhadas durante nove meses pós-parto. O desenho consistiu de um estudo de seguimento com medições aos 0,5, 2, 6 e 9 meses pós-parto. A variável retenção de peso foi calculada subtraindo-se o peso pré-gestacional reportado pela mãe, do peso observado em cada consulta. A análise estatística envolveu o cálculo de médias e intervalo de confiança de 95% para retenção de peso. A retenção média foi de 4,7, 4,1, 3,4 e 3,1kg aos 0,5, 2, 6 e 9 meses pós-parto, respectivamente. Ao final do estudo, as mais elevadas retenções foram observadas entre mulheres com mais de trinta anos (4,2kg e com 30% ou mais de gordura corporal (5,9kg. A taxa de redução na retenção de peso foi de 0,4kg/mês, 0,2kg/mês e 0,1kg/mês, para os períodos 0,5-2; 2-6 e 6-9 meses, respectivamente, e as maiores reduções foram observadas entre mulheres com menos de vinte anos, solteiras e as com menos de 30% de gordura corporal no início do estudo. Os resultados

  17. Características demográficas e psicossociais associadas à depressão pós-parto em uma amostra de Belo Horizonte Demographic and psychosocial characteristics associated with postpartum depression in a sample from Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Gomes Figueira

    2011-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A depressão pós-parto (DPP tem sido alvo de inúmeras investigações científicas devido à sua alta prevalência e gravidade e também por suas repercussões negativas na puérpera e na criança. OBJETIVO:Comparar mulheres com e sem DPP em um grupo de puérperas selecionadas aleatoriamente a partir dos partos ocorridos em uma maternidade de Belo Horizonte (MG. MÉTODOS: Selecionamos 245 mulheres que tiveram parto em uma maternidade de Belo Horizonte. Aplicamos uma entrevista semiestruturada para a obtenção de dados psicossociais e demográficos e uma entrevista estruturada (Mini Neuropsychiatric Interview, MINI-Plus para o diagnóstico de depressão maior segundo critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4th edition (DSM-IV. RESULTADOS:26,9% das mulheres tinham diagnóstico de DPP. Não encontramos diferenças entre as características sociodemográficas das mulheres com (n = 66, 26,9% e sem diagnóstico de DPP (n = 179, 73,1%. Entretanto, diversas variáveis clínicas e psicossociais se mostraram significativamente diferentes entre os dois grupos, tais como história de depressão, vivência de estresse ou presença de sintomas depressivos ou ansiosos durante a gravidez, ocorrência de complicações maternas ou na criança no pós-parto e insuficiência de suporte nos cuidados pós-natais. CONCLUSÃO: A identificação de fatores associados à DPP é importante para a compreensão de sua etiopatogenia e para o estabelecimento de estratégias de prevenção e tratamento precoce dessa grave doença.INTRODUCTION: Postpartum depression has been the object of extensive research both because of its high prevalence and its repercussions on the mother and the infant. OBJECTIVE:To compare women with and without depression in a sample of postpartum women randomly selected at a maternity in the city of Belo Horizonte, Brazil. METHODS: A total of 245 women who gave birth at a private maternity hospital in

  18. Análise da adequação e da efetividade do uso de tocolíticos no trabalho de parto prematuro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Letícia Krauss

    1999-01-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi avaliar a qualidade do atendimento ao trabalho de parto prematuro em maternidades públicas do Rio de Janeiro, utilizando referentes, indicadores e padrões de processo e de resultado derivados de evidências científicas. Na análise de processo, o padrão utilizado para o uso de tocolíticos betamiméticos foi de 100%, considerando os referentes derivados. Na análise de resultados, o padrão foi a ocorrência de parto prematuro em 11% das pacientes dentro de 24 h e em 24% dentro de 48 h da admissão hospitalar. O uso de tocolíticos ocorreu em 18,7% das pacientes admitidas em trabalho de parto prematuro. Na faixa de idade gestacional de 28 a 33 semanas e seis dias, especialmente importante para a sobrevivência neonatal, o uso de tocolíticos foi feito em 32,6% das pacientes. Parto prematuro ocorreu em 59% das pacientes dentro de 24 h e em 64% das pacientes dentro de 48 h da admissão, resultados consistentes com o baixo uso de tocolíticos observado. A efetividade da assistência ao trabalho de parto prematuro, medida pela taxa de nascimentos prematuros, foi baixa. Os achados das correspondentes análises de processo e resultado foram consistentes.

  19. Association between molecular markers linked to the Leptin gene and weight gain in postpartum beef cows Associação entre marcadores moleculares ligados ao gene da Leptina e ganho de peso em vacas de corte no pós-parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Esteves Matos Almeida

    2007-02-01

    Full Text Available Three short tandem repeats (STRs, BMS1074, BM1500, IDVGA-51, and three single nucleotide polymorphisms (SNPs, LEPSau3AI (A/B, LEPSau3AI (+/- and LEPKpn2I linked to the LEP gene were investigated to verify associations with productive performance in postpartum cows of two beef cattle breeds, Aberdeen Angus (AA, n=98 and Charolais (C, n=83. After polymerase chain reaction, STRs were analyzed by vertical electrophoresis and SNPs in agarose gel after endonucleases cleavage. In AA herd 79% of BMS1074*151 carriers had a lower average daily weight gain (ADG when compared with the population mean daily weight gain (103g, while 62% of BMS1074*151 non-carriers presented a higher ADG (PForam investigadas três repetições curtas em tandem (STRs, BMS1074, BM1500 e IDVGA-51 e três polimorfismos de um único nucleotídeo (SNPs LEPSau3AI (A/B, LEPSau3AI (+/- e LEPKpn2I, ligados ao gene da leptina, verificando-se associações com o desempenho produtivo em vacas no pós-parto, em dois rebanhos de gado de corte, Aberdeen Angus (AA, n=98 e Charolês (C, n=83. Após a reação em cadeia da polimerase, os STRs foram analisados em géis de poliacrilamida e os SNPs em gel de agarose, após a clivagem com endonucleases. Na raça AA, 79% dos portadores do alelo BMS1074*151 apresentaram ganho médio de peso diário (ADG menor, quando comparados com a média da população (103g, enquanto 62% dos não-portadores mostraram ADG mais alto (P<0,01; os animais AA com pelo menos um alelo BMS1074*151 possuem ADG cerca de 159g menor que os outros animais (P<0,01. Em ambos os rebanhos, portadores do alelo BM1500*136 apresentaram ADG mais alto (em torno de 75g dia-1 em AA, P<0,05 e 96g dia-1 em C, P<0,10 e animais com um alelo BM1500*136 possuem cerca de três vezes mais chance de ter um ADG maior que os não-portadores.

  20. Estudo comparativo entre bupivacaína racêmica (S50-R50 a 0,125% e bupivacaína em excesso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,125% e 0,25% em anestesia peridural para analgesia de parto Estudio comparativo entre bupivacaina racémica (S50-R50 a 0,125% y bupivacaina en exceso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,125% y 0,25% en anestesia peridural para analgesia de parto A comparative study of 0.125% racemic bupivacaine (S50-R50 and 0.125% and 0.25% 50% enantiomeric excess bupivacaine (S75-R25 in epidural anesthesia for labor analgesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nádia Maria da Conceição Duarte

    2008-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A peridural contínua é utilizada para alívio da dor do trabalho de parto e associada a baixos índices de complicações. Estudos com enantiômeros levógiros dos anestésicos locais demonstraram maior segurança em função de menor cardiotoxicidade. O objetivo deste estudo foi comparar a analgesia e o bloqueio motor entre a bupivacaína (S50-R50 a 0,125% e a bupivacaína em excesso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,125% e 0,25% em peridural contínua para analgesia de parto. MÉTODO: Realizou-se ensaio clínico duplamente encoberto, com distribuição aleatória de 75 participantes em trabalho de parto, distribuídas em três grupos: GI - bupivacaína (S50-R50 a 0,125%; GII - bupivacaína (S75-R25 a 0,125%; e GIII - bupivacaína (S75-R25 a 0,25%. A inclusão no estudo foi feita após assinatura do Consentimento Livre e Esclarecido. RESULTADOS: Não foram encontradas diferenças estatísticas significativas quanto à latência da analgesia, nível sensorial do bloqueio, volume de anestésico local, duração do trabalho de parto e da analgesia, freqüência de parto instrumental, escores de Apgar ou pH do cordão umbilical. O intervalo para a primeira dose resgate foi maior e os escores de dor em 45 min foram menores no grupo bupivacaína (S75-R25 a 0,25%. A intensidade do bloqueio motor foi maior no grupo bupivacaína (S50-R50 a 0,125%. CONCLUSÕES: A bupivacaína (S75-R25 determinou um bloqueio motor menos intenso, mesmo quando utilizada em maior concentração (0,25%, resultando em melhor qualidade de analgesia, sem interferir na evolução do trabalho de parto ou na vitalidade dos recém-nascidos.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La peridural continua se utiliza para el alivio del dolor del trabajo de parto y asociada a bajos índices de complicaciones. Estudios con enantiómeros levógiros de los anestésicos locales demostraron una mayor seguridad en función de una menor cardiotoxicidad. El objetivo de este

  1. Oxidation and degradation of polypropylene transvaginal mesh.

    Science.gov (United States)

    Talley, Anne D; Rogers, Bridget R; Iakovlev, Vladimir; Dunn, Russell F; Guelcher, Scott A

    2017-04-01

    Polypropylene (PP) transvaginal mesh (TVM) repair for stress urinary incontinence (SUI) has shown promising short-term objective cure rates. However, life-altering complications have been associated with the placement of PP mesh for SUI repair. PP degradation as a result of the foreign body reaction (FBR) has been proposed as a contributing factor to mesh complications. We hypothesized that PP oxidizes under in vitro conditions simulating the FBR, resulting in degradation of the PP. Three PP mid-urethral slings from two commercial manufacturers were evaluated. Test specimens (n = 6) were incubated in oxidative medium for up to 5 weeks. Oxidation was assessed by Fourier Transform Infrared Spectroscopy (FTIR), and degradation was evaluated by scanning electron microscopy (SEM). FTIR spectra of the slings revealed evidence of carbonyl and hydroxyl peaks after 5 weeks of incubation time, providing evidence of oxidation of PP. SEM images at 5 weeks showed evidence of surface degradation, including pitting and flaking. Thus, oxidation and degradation of PP pelvic mesh were evidenced by chemical and physical changes under simulated in vivo conditions. To assess changes in PP surface chemistry in vivo, fibers were recovered from PP mesh explanted from a single patient without formalin fixation, untreated (n = 5) or scraped (n = 5) to remove tissue, and analyzed by X-ray photoelectron spectroscopy. Mechanical scraping removed adherent tissue, revealing an underlying layer of oxidized PP. These findings underscore the need for further research into the relative contribution of oxidative degradation to complications associated with PP-based TVM devices in larger cohorts of patients.

  2. Involução uterina em um rebanho Gir leiteiro segundo o período pós-parto e o número de parições Uterine involution in dairy Gir cows, according to postpartum period and parity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.P. González Sánchez

    1999-08-01

    Full Text Available Durante três anos, vacas Gir leiteiro da Fazenda Experimental da EPAMIG, em Uberaba-MG, foram examinadas, pela palpação retal, para verificação da involução uterina. Em 111 parições de 104 vacas, a involução dos cornos uterinos teve duração média de 29,7± 9,6 dias e, na maioria das vezes, a involução da porção cervical demorou mais do que 43 dias. O tempo de involução foi mais longo em vacas com maior número de partos. Na primeira semana, o útero permaneceu na cavidade abdominal (95,0%, na segunda teve início o retorno do órgão à pelve (8,2%, na terceira aconteceram os primeiros casos de involução completa dos cornos uterinos (20,6% e na sexta semana, a maior parte das vacas apresentavam involução completa (82,9%. Foram constatados seis casos de permanência do útero em involução na cavidade abdominal e oito casos de localização pélvico/abdominal na quinta semana após o parto, detectados somente em vacas pluríparas. Observaram-se 19 casos de retrocesso na seqüência natural das fases de involução. O retrocesso do útero para a cavidade abdominal só ocorreu em vacas com problemas sanitários. Em sete vacas com metrite, verificou-se prolongamento do tempo médio de involução dos cornos uterinos e aumento do diâmetro cervical em relação às demais vacas do rebanho.Uterine involution of 111 calvings of 104 dairy Gir cows, checked by rectal palpation, was studied. Uterine involution averaged 29.7± 9.6 days, and cervical involution delayed more than 43 days. In both cases, time of involution increased with parity. In the first postpartum week uterus remained in abdominal cavity (95.0% and in the second week uterus initiated its return to the pelvic cavity (8.2%. In the third week 20.6% had completed uterine involution. The total involution was identified in 82.9% of the cows, in the sixth week. Some cases of involuting uterus still remained in abdominal (n=6 or abdominal/pelvic (n=8 cavity, after the

  3. Transvaginal Ultrasound for the Diagnosis of Abnormal Uterine Bleeding.

    Science.gov (United States)

    Wheeler, Karen C; Goldstein, Steven R

    2017-03-01

    Transvaginal ultrasound is the first-line imaging test for the evaluation of abnormal uterine bleeding in both premenopausal and postmenopausal women. Transvaginal ultrasound can be used to diagnose structural causes of abnormal bleeding such as polyps, adenomyosis, leiomyomas, hyperplasia, and malignancy, and can also be beneficial in making the diagnosis of ovulatory dysfunction. Traditional 2-dimensional imaging is often enhanced by the addition of 3-dimension imaging with coronal reconstruction and saline infusion sonohysterography. In this article we discuss specific ultrasound findings and technical considerations useful in the diagnosis of abnormal uterine bleeding.

  4. Centro de parto normal como estrategia de incentivo del parto normal: estudio descriptivo.

    OpenAIRE

    Barbosa da Silva, F.M.; Koiffman, M.D.; Hitomi Osava, R.; Junqueira V. de Oliveira, S.M.; Gonzalez Riesco, M.L.

    2008-01-01

    Recientemente se verificó un esfuerzo gubernamental para reducir las tasas de cesárea en el sector público y cualificar la asistencia al parto normal. Así, se crearon los Centros de Parto Normal (CPN) destinados al acompañamiento de nacimientos fisiológicos, a cargo de enfermeras obstétricas. Este estudio descriptivo tuvo como objetivo caracterizar a las parturientas en cuanto a la edad materna, historia obstétrica, condiciones del parto y del recién-nacido en un CPN, en la ci...

  5. Anemia materna en el tercer trimestre de embarazo como factor de riesgo para parto pretérmino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Loretta Giacomin-Carmiol

    2009-03-01

    Full Text Available Objetivos: Analizar la relación entre la anemia y el parto pretérmino en el Servicio de Obstetricia del Hospital "Dr. Rafael Ángel Calderón Guardia", durante 2006. Materiales y métodos: Estudio de 110 pacientes y 220 controles. Se utilizó el registro estadístico de la sala de partos del Servicio de Obstetricia para la identificación de la muestra. Los criterios de inclusión para el grupo de casos fueron: edad materna mayor o igual a 18 años, edad materna menor de 35 años, primigesta, embarazo mayor de 32 semanas, embarazo único, y recién nacido vivo al momento del parto. Los criterios de exclusión fueron: embarazo complicado por enfermedades médicas crónicas o inducidas por este, antecedente en la historia clínica de sangrado transvaginal durante el primer o segundo trimestre, antecedente en la historia clínica de síntomas que sugirieran infección del tracto urinario o de otro sistema, antecedente en la historia clínica del uso de tabaco, alcohol u otra sustancia ilícita, productos con algún tipo de malformación diagnosticada previo a la labor del parto o durante el nacimiento, parto inducido o cesárea electiva, parto atendido de forma extrahospitalaria, ausencia o registro incompleto de alguna variable de interés. Las pacientes del grupo de control fueron aquellas internadas durante el mismo periodo. Los dos controles para cada caso fueron seleccionados de forma aleatoria, pareados por grupo quinquenal de edad y fecha de la atención del parto. Los criterios de inclusión y exclusión fueron los mismos aplicados al grupo de casos. Se definió como anemia una hemoglobina menor a 11 g/dl. La magnitud de la asociación entre la anemia y el parto pretérmino se evaluó mediante la razón de probabilidades (Odds Ratio Resultados: La hemoglobina promedio de los casos fue de 12,3 g/dl (DS+ 1,2 y la de los controles de 12,9 g/dl (DS+ 1,1; p < 0,001. El hematocrito promedio de los casos fue de 36,2 %(DS+ 3,6 y la de los

  6. Parto vaginal tras cesárea

    OpenAIRE

    San Martín Bragado, María

    2016-01-01

    Cuando una mujer ha sido sometida a una cesárea previa existen dos opciones para ella en el caso de que se quede embarazada: repetir cesárea o intentar un parto vaginal. A pesar de los riesgos, el parto vaginal después de una cesárea es una situación atractiva para muchas pacientes y dará lugar a un resultado exitoso en un alto porcentaje de casos. Se ha de tener en cuenta que la realización de una cesárea electiva no está exenta de riesgos Grado en Medicina

  7. Tratamento do trabalho de parto prematuro

    OpenAIRE

    Bittar,Roberto Eduardo; ZUGAIB, Marcelo

    2009-01-01

    O objetivo principal para o uso de uterolíticos no trabalho de parto prematuro é prolongar suficientemente a gestação para a administração materna de glicocorticoides e/ou realizar a transferência materna para um centro hospitalar terciário. As decisões sobre o uso e a escolha de uterolítico requerem o diagnóstico correto do trabalho de parto prematuro, o conhecimento da idade gestacional, das condições médicas materno-fetais, da eficácia, dos efeitos colaterais e do custo do medicamento. Tod...

  8. Práticas obstétricas e resultados maternos e neonatais: análise fatorial de correspondência múltipla em dois centros de parto normal Prácticas obstétricas y resultados maternos y neonatales: análisis de factores de correspondencia múltiple en centros de parto normal Obstetric practices and maternal and neonatal outcomes: analysis of multiple correspondence factors in normal birth centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Porto da Cruz

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as práticas obstétricas e os resultados maternos e neonatais de dois Centros de Parto Normal do Município de São Paulo, comparandose as unidades intra e extra-hospitalares. MÉTODOS: Estudo observacional, transversal e retrospectivo com dados secundários provenientes de 192 prontuários das instituições envolvidas. As variáveis de estudo foram as práticas selecionadas para o parto normal: a utilização de ocitocina, o tipo de rompimento das membranas amnióticas, a realização de episiotomia ou perineotomia e o tempo de permanência materna e neonatal. Foi elaborado um instrumento informatizado para coleta de dados com base nas variáveis de estudo. Os dados foram tratados através de análise estatística multivariada. RESULTADOS: O centro de parto normal intra-hospitalar utilizou com maior frequência às intervenções relacionadas à utilização de ocitocina, rompimento artificial de membranas amnióticas e tempo de permanência materna e neonatal superior às 48h, após o parto. O centro de parto normal extra-hospitalar apresentou maior frequência de parturientes com períneo íntegro após o parto, rompimento de membranas de maneira espontânea e tempo de permanência materna e neonatal inferior a 48 horas pós-parto. Os resultados maternos e neonatais não evidenciaram complicações relacionadas às práticas utilizadas. CONCLUSÃO: As práticas obstétricas pouco diferiram, comparando-se os dois tipos de Centros de Parto Normal; ambos seguem as recomendações da Organização Mundial de Saúde e aplicam as intervenções somente nos casos indicados.OBJETIVO: Describir las prácticas obstétricas y maternales y los resultados neonatales de dos centros de parto normal en el Municipio de Sao Paulo, comparando las unidades intra y extra hospitalarias. MÉTODOS: Estudio observacional, transversal y retrospectivo, con datos secundarios obtenidos de 192 registros de las instituciones estudiadas. Las variables

  9. Aspectos relacionados à escolha do tipo de parto: um estudo comparativo entre uma maternidade pública e outra privada, em São Luís, Maranhão, Brasil Aspects related to choice of type of delivery: a comparative study of two maternity hospitals in São Luís, State of Maranhão, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Ribeiro Mandarino

    2009-07-01

    Full Text Available Esta pesquisa objetivou analisar aspectos relacionados à escolha do tipo de parto em uma maternidade do serviço público e outra do serviço privado, em São Luís, Maranhão, Brasil. Trata-se de um estudo transversal abordando comparativamente 163 primíparas de uma maternidade pública e 89 de maternidade privada, com médias de idade de 21,63 ± 5,24 e 28,8 ± 5,41 anos, respectivamente. Preferiam o parto vaginal 79,1% das gestantes da maternidade pública, e a cesariana 67,4% das da maternidade privada (p This study aimed to analyze aspects related to choice of type of delivery in two maternity hospitals, one public and the other private, in São Luís, Maranhão State, Brazil. This cross-sectional study compared 163 primiparous women in a public maternity hospital and 89 in a private hospital, with mean ages of 21.63 ± 5.24 and 28.8 ± 5.41 years, respectively. In the public hospital, 79.1% of the women reported preferring vaginal deliveries, while in the private hospital 67.4% of the women preferred cesareans (p < 0.0001. Cesareans were performed in 46% of the women in the public maternity hospital and 97.8% of those in the private hospital (p < 0.0001. Patient satisfaction was high for both modes of delivery, but the desire to repeat the same mode was reported more frequently by women with vaginal deliveries (71.6% vs. 41.3% in the public maternity hospital and 100% vs. 65.5% in the private. In the public maternity hospital, the cesarean subgroup included more white and higher-income women. The cesarean rate was thus high in both maternity hospitals and was significantly higher in the private hospital; the study also showed a preference for vaginal delivery in the public hospital and cesareans in the private.

  10. Colonização materna e neonatal por estreptococo do grupo B em situações de ruptura pré-termo de membranas e no trabalho de parto prematuro Group B streptococcus maternal and neonatal colonization in preterm rupture of membranes and preterm labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Luís Nomura

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar a prevalência e os fatores de risco de colonização materna por estreptococo do grupo B (EGB em gestantes com trabalho de parto prematuro (TPP e/ou ruptura prematura pré-termo de membranas (RPM. MÉTODOS: foram colhidos dois swabs anais e dois swabs vaginais de 203 gestantes com diagnóstico de TPP ou RPM entre 22 e 36 semanas completas de gestação atendidas no serviço em um período de um ano. Foram excluídas as gestantes que deram entrada com parto iminente. Um swab de cada local foi colocado em meio de transporte, sendo posteriormente enviados para cultura em placas de ágar-sangue, os outros dois foram incubados por 24 horas em meio de Todd-Hewitt para posterior semeadura em placas de ágar-sangue. Foram analisados fatores de risco com o uso do teste do qui-quadrado, t de Student (p ajustado a 0,05 e intervalo de confiança 95% e de regressão logística. Foram analisadas as seguintes variáveis: idade, raça, paridade e escolaridade maternas; resultados das culturas por local de coleta e tipo de cultura; diagnóstico de admissão; idade gestacional de admissão; bacteriúria assintomática; idade gestacional no parto; tipo de parto; taxa de colonização neonatal por EGB e resultado neonatal imediato. RESULTADOS: a prevalência de colonização materna por EGB foi de 27,6% (56 gestantes. As taxas de colonização segundo as complicações da gestação foram 30% para RPM, 25,2% para TPP e 17,8% para TPP + RPM. As variáveis "raça branca", "baixo nível de escolaridade" e "bacteriúria" foram associadas a maiores taxas de colonização na análise univariada. A presença de infecção urinária foi a única variável significativamente associada à colonização materna na análise multivariada. A taxa de detecção do estreptococo do grupo B foi significativamente maior com o uso do meio seletivo e com a associação de coleta de culturas anais e vaginais. A taxa de colonização neonatal foi de 3,1%. Ocorreram

  11. Hybrid transvaginal natural orifice transluminal endoscopic surgery-kolecystektomi

    DEFF Research Database (Denmark)

    Boesen, Line; Meisner, Søren; Vilmann, Peter;

    2016-01-01

    Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES) is a minimally invasive surgical technique where access to the abdominal cavity is achieved through one of the natural orifices of the body. Based on experience from gynaecology, transvaginal access has been the easiest NOTES technique...

  12. Transvaginal Hybrid NOTES Procedure for Treatment of Gallstone Ileus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Takuya Shiraishi

    2016-01-01

    Full Text Available Gallstone ileus is a rare mechanical bowel obstruction, and previously reported cases have been treated laparoscopically with good results. Although transvaginal hybrid NOTES without a minilaparotomy has been reported to decrease the incidence of surgical wound complications, to our knowledge, this procedure has not been used previously to treat gallstone ileus. We present a case of a 63-year-old woman who underwent transvaginal hybrid NOTES procedure for treatment of gallstone ileus. This case was admitted to our hospital following acute-onset abdominal pain and vomiting. We diagnosed gallstone ileus with cholecystoduodenal fistula by computed tomography and performed totally laparoscopic surgery using only three 5 mm abdominal ports with transvaginal specimen extraction and enterectomy. The patient’s postoperative course was uneventful, and laparoscopic cholecystectomy and fistula repair were performed 8 months after the initial surgery. The patient experienced additional pain relief and good cosmetic outcomes. In conclusion, using transvaginal hybrid NOTES may become a future option to minimize the invasiveness of other laparoscopic procedures.

  13. ESTIMATIVA DA DATA DO PARTO EM CADELAS ROTTWEILER ATRAVÉS DA BIOMETRIA FETAL REALIZADA POR ULTRASSONOGRAFIA ESTIMATION OF PARTURITION DATE THROUGH ULTRASONOGRAPHIC FOETAL BIOMETRY IN ROTTWEILER BITCHES ESTIMACIÓN DE LA FECHA DEL PARTO EN PERRAS ROTTWEILER A TRAVÉS DE LA BIOMETRÍA FETAL REALIZADA POR EL ULTRASONIDO

    OpenAIRE

    Karina Costa Moreira de Melo; Daniela Maria Bastos de Souza; Maria Juliana Teixeira; Áurea Wischral

    2009-01-01

    Utilizou-se a ultrassonografia neste experimento para avaliar o desenvolvimento fetal e determinar a idade gestacional em cadelas Rottweiler. Tomaram-se e avaliaram-se as medidas da vesícula embrionária/fetal (VE) e do corpo fetal mediante análise de regressão, estabelecendo-se as equações de regressão linear e seus coeficientes. Os diâmetros biparietal (DBP) e do abdome (DA) dos fetos foram os que apresentaram os melhores resultados, considerando-se os coeficientes de correlação (0,89 e 0,90...

  14. Obstrução das vias aéreas com risco para a vida, causada por edema de via aérea superior e inchaço cervical significativo depois do trabalho de parto/parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Junko Ushiroda

    2013-12-01

    Full Text Available EXPERIÊNCIA E OBJETIVOS: Em geral, alterações nas vias aéreas ocorrem em grávidas normais; no entanto, essas alterações podem gerar situações críticas em populações específicas. OBJETIVOS: Esse artigo apresenta o caso de uma paciente que entrou em choque por causa de sangramento atônico em seguida a parto vaginal de natimorto. RELATO DE CASO: Mulher com 32 anos com sangramento atônico em seguida a parto vaginal de natimorto foi transferida para nosso hospital. A paciente manifestou choque e seu estado respiratório estava em progressiva deterioração. Ficou evidenciada obstrução das vias aéreas causada por inchaço cervical e edema faringolaríngeo. Tentamos intubação traqueal utilizando laringoscopia direta e indireta. No entanto, não foi possível inserir qualquer dos dispositivos de laringoscopia tentados. Depois de várias tentativas com TrachlightTM, finalmente obtivemos sucesso com a intubação. Depois da histerectomia, a paciente foi internada na unidade de terapia intensiva (UTI, onde ficou em tratamento durante cinco dias. Ao receber alta da UTI, tinha escore de Mallampati I-II. Durante sua estadia na UTI, seu peso diminuiu de 60 kg para 51 kg. CONCLUSÕES: É provável que episódios simultâneos de trabalho de parto/parto e de ressuscitação com fluidos pioraram suficientemente o edema de via aérea e o inchaço cervical a ponto de causar obstrução aguda das vias aéreas e dificuldade na laringoscopia.

  15. Depressão pós-parto e conflito conjugal: estudo longitudinal das associações bidirecionais em famílias de baixa renda = Postpartum depression and marital conflict: a longitudinal study of bidirectional associations in low-income families

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mendonça, Júlia Scarano de

    2013-01-01

    Full Text Available Com base em uma abordagem sistêmica, nosso objetivo é examinar longitudinalmente as associações bidirecionais entre depressão pós-parto e conflito conjugal durante os dois primeiros anos da criança e propor um método de análise de dados compatível com tal abordagem. Mães de baixa renda responderam à Escala de Depressão Pós-natal de Edinburgh e avaliaram o relacionamento com o parceiro. O modelo de equações estruturais não recursivo mostrou associações significativas no sentido da influência da DPP sobre o conflito conjugal. Relações bidirecionais significativas não foram encontradas entre as variáveis. A discussão centra-se no fato de termos encontrado maior probabilidade da DPP desencadear o conflito conjugal do que vice-versa

  16. Indução da atividade cíclica ovariana pós-parto em vacas de corte submetidas à interrupção temporária do aleitamento associada ou não ao tratamento com norgestomet-estradiol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borges João Batista Souza

    2003-01-01

    Full Text Available Este experimento teve como objetivo comparar os efeitos do desmame temporário (DT por 72 horas associado ou não ao uso de Norgestomet (NOR e estradiol na fertilidade do estro induzido e no período reprodutivo de vacas de corte acíclicas no pós-parto. O grupo DT (n= 38 era constituído por vacas que tiveram os terneiros separados por 72 horas. O grupo NOR (n= 29 foi constituído por vacas que receberam (dia 0 um implante subcutâneo de Norgestomet e uma aplicação de Valerato de estradiol (5mg e Norgestomet (3mg, intramuscular. No momento da retirada dos implantes (dia 9, os terneiros foram separados por 72 horas. O intervalo desmame-estro foi significativamente mais curto (P0,05 entre os grupos. O grupo NOR apresentou uma menor incidência (P<0,05 de períodos curtos de atividade lútea (27,2% em relação as vacas não tratadas (40%. Os resultados demostraram que o tratamento de vacas de corte acíclicas com Norgestomet e estradiol determina um aumento na manifestação de estros após o desmame temporário por 72 horas, sem interferir nas taxas de prenhez do primeiro estro e da estação reprodutiva.

  17. Estrutura organizacional da atencao pos-parto na estrategia saude da familia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela do Carmo Oliveira

    2013-09-01

    Full Text Available Objetivou-se descrever atributos da estrutura organizacional da atenção pós-parto na Estratégia Saúde da Família, a partir de quesitos presentes na política de saúde nacional, relativos à infraestrutura, pessoal e a ações assistenciais e de gestão. Estudo quantitativo, descritivo e transversal, realizado em 55 unidades da Estratégia Saúde da Família de Cuiabá, Mato Grosso, mediante entrevista e análise estatística descritiva. A maioria das unidades contempla quesitos de infraestrutura física e de oferta de ações no pós-parto. Há limitações na oferta de consultas de enfermagem, de educação grupal e de anticoncepcional oral de uso no pós-parto. Nem sempre há disponibilidade de material para o preventivo de câncer de colo uterino e de médicos nas unidades. O agendamento da consulta pós-parto não é rotineiro, e dados do sistema de informação não são habitualmente usados no planejamento dessa atenção. É necessário investir na melhoria da estrutura organizacional para que a atenção pós-parto ganhe qualidade.

  18. Evidências qualitativas sobre o acompanhamento por doulas no trabalho de parto e no parto Qualitative evidence of monitoring by doulas during labor and childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimunda Magalhães da Silva

    2012-10-01

    Full Text Available Objetivou-se elaborar uma metassíntese com as evidências sobre o trabalho das doulas no acompanhamento às mulheres em trabalho de parto e de parto. Realizou-se um levantamento nas bases de dados Medline, PubMed, SciELO, Lilacs, usando os descritores doulas, gestação, trabalho de parto, parto e terapia alternativa, no período de 2000 a 2009. Foram selecionados sete artigos e destes emergiram quatro categorias: suporte proporcionado por doulas; experiências das parturientes; relacionamento profissional; e opiniões e experiências dos profissionais. Os principais suportes estavam relacionados aos aspectos físico, emocional, espiritual e social. As experiências evidenciaram que as doulas estimulam a relação mãe e filho, orientam para uma amamentação bem-sucedida e contribuem para prevenir a depressão pós-parto. Observou-se controvérsia entre os profissionais quanto à aceitação deste novo membro na equipe obstétrica, e destacou-se o cuidado como inovador, que acalma, encoraja e supre as necessidades da gestante. Concluiu-se que os estudos qualitativos sobre este tema são recentes, incipientes, mas reveladores de uma importante possibilidade para a humanização do trabalho de parte e parto.The objective of this study was to conduct a metasynthesis of evidence of the work of doulas assisting women in labor and during childbirth. Articles between 2000 and 2009 were located in the Medline, PubMed, SciELO, and Lilacs databases using the key search words: doulas, gestation, labor, and alternative therapy. Seven articles were selected for the study and four categories were created: the support provided by doulas; the birth mother's experiences; professional relationship: and opinions and experiences of professionals. The doulas offered physical, emotional, spiritual and social support. Experiments showed that the professionals stimulated the mother/child relationship, oriented towards successful breastfeeding, and contributed to the

  19. Casa de parto: simbologia e princípios assistenciais Casa de parto: simbología y principios de asistencia Birth center: symbols and assistance -related principles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Akiko Komura Hoga

    2004-10-01

    Full Text Available A primeira Casa de Parto vinculada ao Programa Saúde da Família possui simbologia específica. Objetivou-se identificar os símbolos que permeiam as idéias, crenças, valores e práticas e os princípios que orientam a assistência prestada na Casa de Parto. O método de pesquisa foi a etnografia e a história oral temática, o recurso empregado para entrevistar enfermeiras obstétricas da Casa. Resultados: A Casa possui o valor simbólico da inovação da assistência ao parto e o cuidado humanizado à gestante é o princípio que norteia as práticas. Considerações finais: A simbologia da Casa e as práticas de cuidado desenvolvidas constituem referência às demais Casas de parto em proposição no Brasil e devem ser conhecidas pelas enfermeiras obstétricas.La primera Casa de Parto vinculada al Programa de Salud de la Familia posee simbología específica. El Objetivo de esta encuesta es identificar los símbolos que atraviesan las ideas, creencias, valores y prácticas así como los principios que orientan la asistencia de la casa de parto. El método de la encuesta fue la etnografía y la historia oral temática fue el recurso usado para entrevistar a enfermeras obstétricas de esta Casa. Resultados: La Casa posee el valor simbólico de la innovación de la asistencia al parto y el cuidado humanizado es el principio que orienta las prácticas de enfermería. Consideraciones finales: La simbología de la Casa y las prácticas de asistencia al parto desarrolladas en esta casa constituyen referencia de las demás casas de parto en Brasil y las deben conocer las enfermeras obstétricas.The first Birth Center of the Family Health Program has specific symbols. The purpose was the identification of symbols that permeate the ideas, beliefs, values, practices, and principles that guide the assistance given at the Birth Center. Ethnography was the research method; thematic oral history was the resource employed to interview obstetric nurses in

  20. Estudo comparativo entre marcadores ultra-sonográficos morfológicos preditores de parto pré-termo: sinal do afunilamento do colo e ausência do eco glandular endocervical A comparative study between morphologic ultrasonographic markers for preterm delivery: funneling sign and absence of cervical gland area

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Rodrigues Pires

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o risco de parto pré-termo (PPT espontâneo na população geral a partir do estudo comparativo dos marcadores ultra-sonográficos morfológicos do colo uterino, como o sinal do afunilamento e a ausência da área glandular endocervical. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram arroladas 361 gestantes na população geral, submetidas a exame ultra-sonográfico transvaginal entre a 21ª e 24ª semana, e verificados os resultados perinatais. RESULTADOS: A incidência de PPT espontâneo foi de 5,0%. O sinal do afunilamento foi observado em 4,2% da população estudada e em 22,2% das pacientes que evoluíram para PPT espontâneo. Tal parâmetro mostrou associação significante com PPT (p OBJECTIVE: To verify if different morphological ultrasonographic markers such as the funneling sign and the cervical gland area can be predictors of spontaneous premature delivery in pregnant women between 21 and 24 weeks of gestation. MATERIALS AND METHODS: This was a prospective cross-sectional study in which 361 women with 21 to 24 weeks of gestation were examined by transvaginal ultrasonography. The gestational age at delivery was later checked by telephone or mail. RESULTS: Spontaneous preterm delivery (SPD occurred in 5% of the patients. Cervical funneling occurred in 4.2% of the women and in 22.2% of those who had SPD. This finding was correlated to preterm delivery (p < 0.001; relative risk of 6.68. Absence of a hypoechoic area peripheral to the cervical canal consistent with endocervical epithelium glands, namely endocervical glandular echo (EGE feature, was detected in 2.8% of all patients and in 44.4% of those who developed spontaneous preterm labor. There was a statistically significant association of this feature to SPD (p < 0.001; relative risk of 28.57. Multivariance logistic regression analysis showed that this was the feature with strongest correlation with SPD, when compared to cervical funneling. CONCLUSION: Prediction of SPD through

  1. Avaliação da medida do comprimento do colo e da ausência do eco glandular endocervical para predição do parto pré-termo Evaluation of risk for preterm delivery by measurement of uterine cervix and cervical gland area

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Rodrigues Pires

    2004-04-01

    inferior a 20 mm em 3,3% da população estudada e em 27,8% das pacientes que apresentaram parto pré-termo espontâneo. A ausência do EGE foi detectada em 2,8% das pacientes estudadas e em 44,4% das pacientes que evoluíram para parto pré-termo espontâneo. A associação entre ausência do EGE e presença do colo curto revelou-se estatisticamente significante (pPURPOSE: to verify the prevalence of two sonographic findings, the cervical gland area (CGA feature and the cervical length of less than 20 mm, and to compare these with the risk for premature delivery in pregnant women between 21 and 24 weeks' gestation. METHOD: this was a prospective, cross-sectional study in which 361 women were consecutively examined by transvaginal ultrasonography. Müllerian or other malformations, multiple gestations, fetal death, olygo- or polyhydramnios, marginal placenta previa, and conization, cerclage, amputation or other surgical procedures in the cervix, prior to or during pregnancy, were exclusion criteria. After the abdominal ultrasonographic morphological examination, we used transvaginal ultrasonography to measure the cervical length and to observe the presence of hyper- or hypoechoic area next to the endocervical canal, a feature characteristic of endocervical epithelium glands which is called CGA (cervical gland area. Qualitative variables are expressed as absolute and relative frequency. Quantitative variables are expressed as mean, median, standard deviation, minimum, and maximum values. Association between qualitative variables was detected by the c² test or by the Fisher exact test. For each variable, the relative risk and the 95% confidence interval (CI were calculated. Logistic regression analysis was used to calculate the predictive values for premature delivery. Significance level was 95% (alpha = 5%, with descriptive (p values equal or lower than 0.05 considered significant. RESULTS: spontaneous preterm delivery occurred in 5.0% of the patients. Cervical length was

  2. Preferência pela via de parto nas parturientes atendidas em hospital público na cidade de Porto Velho, Rondônia Delivery preferences among women giving birth at a public hospital in the city of Porto Velho, in the Brazilian State of Rondônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ferrari

    2010-12-01

    Full Text Available As parturientes que procuram o Centro Obstétrico do Hospital de Base de Porto Velho, Rondônia, para terem seus filhos são mulheres provenientes das camadas sociais desfavorecidas, ao contrário das mulheres com níveis de renda diferenciados que procuram os médicos em seus consultórios particulares e parem seus filhos por meio de cesarianas com dia e hora previamente marcados. O artigo aborda a questão do aumento da crescente incidência de cesarianas verificado em vários países latinos e também no mundo desenvolvido onde tem motivado necessárias e inadiáveis discussões no campo da Bioética e procura conhecer a opinião das parturientes quanto à via de parto que foram atendidas no Centro Obstétrico do Hospital de Base nos anos de 2006 e 2007.Women who come to give birth at the Obstetrics Center of the Hospital de Base in Porto Velho, in the Brazilian State of Rondônia are from underprivileged social groups. Wealthier women attend private clinics and give birth by way of caesarian section at a pre-scheduled date and time. This article addresses the question of the increase in the incidence of caesarian birth in Latin countries and also in the developed world, where this has provoked necessary and urgent bioethical discussion. It also investigates the opinions of women giving birth at the Obstetrics Center of the Hospital de Base in 2006 and 2007.

  3. Estimação de parâmetros genéticos de medidas de conformação, produção de leite e idade ao primeiro parto em vacas da raça Gir Leiteiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wenceslau Amauri Arias

    2000-01-01

    Full Text Available RESUMO - Foram utilizados 573 registros zootécnicos de vacas primíparas da raça Gir Leiteiro para estimar os componentes de (covariância das características de conformação, produção de leite em até 305 dias de lactação (PLEI e idade ao primeiro parto (IPP pelo Método da Máxima Verossimilhança Restrita (REML. Esses componentes foram utilizados no cálculo dos coeficientes de herdabilidade e nas correlações genéticas, fenotípicas e residuais. As medidas de conformação, circunferência torácica (CTOR, altura na garupa (AG, comprimento corporal (CC, comprimento de tetas (CT, diâmetro de tetas (DT e altura de úbere (AU foram realizadas em vacas à primeira lactação, com idade média de 4,05 anos. As correlações genéticas e fenotípicas entre PLEI e IPP foram 0,49 e 0,18, respectivamente. As correlações genéticas entre as características foram: PLEI x CTOR = -0,37; PLEI x AG = -0,62; PLEI x CC = -0,52; PLEI x CT = -0,08; PLEI x DT = -0,12; PLEI x AU = -0,69; IPP x CTOR = -0,05; IPP x AG = -0,37; e IPP x CC = 0,25. As estimativas de correlações genéticas entre produção de leite e medidas de tamanho corporal, de modo geral, indicam que a seleção para produção de leite teria, como resposta correlacionada, diminuição do tamanho da vaca.

  4. A dor do parto na literatura científica da Enfermagem e áreas correlatas indexada entre 1980-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilza Alves Marques Almeida

    2008-12-01

    Full Text Available Pesquisa bibliográfica, descritiva e exploratória que objetivou analisar a produção científica, sobre a temática dor do parto, indexada em dois bancos de dados da Biblioteca Virtual em Saúde, no período de 1980 a 2007. Foram utilizadas as combinações dos seguintes descritores: dor, parto, dor do parto, trabalho de parto, nascimento, maternidade, cultura, controle e alívio para levantamento das referências. Optou-se pelo acesso aos resumos para a análise. Realizou-se a classificação das referências identificadas por meio de um protocolo previamente estabelecido. Das 30 referências protocoladas, 25 (83,33% são artigos originais, de revisão ou de atualização; 3 (10% teses; e 2 (6,67% dissertações. O enfoque do conteúdo dos resumos foi dividido nas categorias temáticas: vivência do processo doloroso e do parto propriamente dito; métodos alternativos e não-farmacológicos de assistência; efeitos de fármacos utilizados na analgesia do parto normal. Da análise apreendemos a contribuição científica das pesquisas sobre a temática dor do parto, com destaque na relevância do resgate a cultura do parto normal e da importância do gerenciamento da dor visando aumentar a segurança e satisfação da mulher na vivência do processo de parturição.

  5. Transtornos psiquiátricos no pós-parto Postpartum psychiatric disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury Cantilino

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O pós-parto é um período de alterações biológicas, psicológicas e sociais. Essa é considerada a época mais vulnerável para a ocorrência de transtornos psiquiátricos. A disforia puerperal, a depressão pós-parto e a psicose pós-parto têm sido classicamente relacionadas ao pós-parto. Atualmente, tem sido observado que os transtornos ansiosos também estão associados a esse período. MÉTODO: Neste artigo é feita uma revisão da bibliografia acerca de transtornos psiquiátricos no pós-parto a partir de artigos encontrados no PubMed e no SciELO entre os anos de 2000 e 2009. Livros, teses e outros artigos considerados relevantes citados no material consultado também foram incluídos. RESULTADOS: A disforia puerperal ocorre em 50% a 85% das mulheres, o quadro é leve e transitório e não requer tratamento. A depressão pós-parto tem prevalência em torno de 13%, pode causar repercussões negativas na interação mãe-bebê e em outros aspectos da vida da mulher e deve ser tratada. A psicose pós-parto é rara, aparecendo em cerca de 0,2% das puérperas. Tem quadro grave que envolve sintomas psicóticos e afetivos, havendo risco de suicídio e infanticídio e geralmente requerendo internação hospitalar. Os transtornos ansiosos podem ser exacerbados ou precipitados no pós-parto, especialmente o transtorno de ansiedade generalizada, o transtorno de estresse pós-traumático e o transtorno obsessivo-compulsivo. CONCLUSÃO: Apesar de não serem reconhecidos como entidades diagnósticas pelos sistemas classificatórios atuais, os transtornos mentais no puerpério apresentam peculiaridades clínicas que merecem atenção por parte de clínicos e pesquisadores.OBJECTIVE: The postpartum period is marked by biological, psychological and social changes. Women are considered most susceptible to psychiatric disorders during the postpartum period. Puerperal blues, postpartum depression and postpartum psychosis have been

  6. Rastreamento da depressão pós-parto em mulheres atendidas pelo Programa de Saúde da Família Post-partum depression screening among women attended by the Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Bezerra da Silva Cruz

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estimar a prevalência de depressão puerperal (DP sua associação com transtorno mental comum (TMC nas mulheres atendidas por duas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF da cidade de São Paulo e identificar os fatores de risco associados à DP. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 70 puérperas atendidas nas Unidades do PSF, Fazenda da Juta II e Jardim Sinhá, entre outubro de 2003 e fevereiro de 2004. Como instrumentos utilizaram-se: questionário com informações sociodemográficas econômicas e dados obstétricos e perinatais; Self-Report Questionnaire 20 (SRQ-20, para rastreamento de TMC e a Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS, para avaliação de DP. Para testar as associações entre variáveis explicativas (fatores de risco e a presença de DP foram utilizados os testes t de Student, chi2 e chi2 de tendência linear, quando indicados. Para avaliar a concordância entre a EPDS e o SRQ foi utilizado o coeficiente de concordância kappa (kapa. RESULTADOS: a prevalência de TMC e de DP foi de 37,1%. As escalas apresentaram boa concordância (kapa = 0,75. As variáveis explicativas idade materna, cor, escolaridade, ocupação e estado civil, além de idade, ocupação e instrução do companheiro, renda familiar, número de gestações, paridade, abortamentos, filhos vivos, partos prematuros, idade gestacional, tipo do parto, planejamento da gestação, Apgar de 1º e 5º minuto, sexo e peso do recém-nascido e aleitamento materno não apresentaram significância estatística. Quanto maior a percepção de suporte social do marido, menor a prevalência de DP (p=0,03. CONCLUSÃO: devido à alta prevalência e impacto negativo sobre a mãe e seu filho, é valioso sensibilizar o profissional de saúde para a importância da DP.PURPOSE: to estimate the prevalence of Family Health Program postpartum depression (PPD and its association with minor mental disorders (MMD among women attended in two (FHP PSF units

  7. Percepção das mulheres acerca do contato precoce e da amamentação em sala de parto Opinión de las mujeres referente al contacto precoz y lactancia materna en sitio del parto Women's perception concerning the early contact and breastfeeding in childbirth room

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Cristina dos Santos Monteiro

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: conhecer e analisar as vivências das mulheres relacionadas ao quarto passo da Iniciativa Hospital Amigo da Criança, em uma maternidade de Ribeirão Preto. MÉTODOS: Foi utilizada a abordagem qualitativa. Os dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas e analisados através da análise de conteúdo, modalidade temática. RESULTADOS: Participaram 23 mulheres que relataram que, mesmo estando em situação inadequada devido ao cansaço e à dor, elas aceitam com resignação e entendem o momento como importante para o bebê. Além disso, receber a criança pela primeira vez causa impacto e surpresa. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A assistência mostra-se limitada aos aspectos práticos do cumprimento do quarto passo, sem considerar os reais sentimentos das mulheres, sendo necessário o desenvolvimento de habilidades de comunicação e empatia pelo profissional de saúde.OBJETIVO: conocer y analizar las vivencias de las mujeres relacionadas al cuarto paso de la Iniciativa Hospital Amigo da Criança, en una maternidad de Ribeirão Preto. MÉTODOS: Fue utilizado el abordaje cualitativo. Los datos recolectados por medio de entrevistas semi-estructuradas fueron analizados a través del análisis de contenido, modalidad temática. RESULTADOS: Participaron 23 mujeres las cuales relataron que, aun estando en situación inadecuada debido al cansancio y al dolor, aceptan con resignación y entienden el momento como importante para el bebé. Además, recibir al niño por primera vez causa impacto y sorpresa. CONSIDERACIONES FINALES: La asistencia se muestra limitada a los aspectos prácticos del cumplimiento del cuarto paso, sin considerar los reales sentimientos de las mujeres, siendo necesario el desarrollo de habilidades de comunicación y empatía del profesional de salud.OBJECTIVE: To describe women's experiences with the fourth step of the Hospital Baby Friendly Initiative. METHODS: A qualitative study was undertaken to collect

  8. Laparoscopic sacrocolpopexy versus transvaginal mesh for recurrent pelvic organ prolapse.

    Science.gov (United States)

    Iglesia, Cheryl B; Hale, Douglass S; Lucente, Vincent R

    2013-03-01

    Both expert surgeons agree with the following: (1) Surgical mesh, whether placed laparoscopically or transvaginally, is indicated for pelvic floor reconstruction in cases involving recurrent advanced pelvic organ prolapse. (2) Procedural expertise and experience gained from performing a high volume of cases is fundamentally necessary. Knowledge of outcomes and complications from an individual surgeon's audit of cases is also needed when discussing the risks and benefits of procedures and alternatives. Yet controversy still exists on how best to teach new surgical techniques and optimal ways to efficiently track outcomes, including subjective and objective cure of prolapse as well as perioperative complications. A mesh registry will be useful in providing data needed for surgeons. Cost factors are also a consideration since laparoscopic and especially robotic surgical mesh procedures are generally more costly than transvaginal mesh kits when operative time, extra instrumentation and length of stay are included. Long-term outcomes, particularly for transvaginal mesh procedures, are lacking. In conclusion, all surgery poses risks; however, patients should be made aware of the pros and cons of various routes of surgery as well as the potential risks and benefits of using mesh. Surgeons should provide patients with honest information about their own experience implanting mesh and also their experience dealing with mesh-related complications.

  9. Influência do tipo de parto na hematologia do cordão umbilical de cães

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Godoy Aline Vieira

    2005-01-01

    Full Text Available O sangue do cordão umbilical humano tem sido crescentemente utilizado como fonte de células-tronco. Os modelos experimentais de células-tronco da medula óssea, em cães, têm propiciado informações importantes para transplantes medulares em humanos. Vários trabalhos citam a influência do tipo de parto nas características do sangue do cordão umbilical (SCU humano. Entretanto, não existem relatos sobre a colheita do sangue do cordão umbilical de cães. O objetivo deste ensaio é avaliar a influência do tipo de parto na hematologia do cordão umbilical de cães. No presente protocolo experimental, foram estudados 54 fetos de cães, ao final da vida intra-uterina, provenientes de parto normal (n=24 e cesariana (n=30. A colheita de sangue do cordão umbilical foi realizada com seringa de cinco mL contendo solução anticoagulante EDTA (1mg/1mL sangue. Em seguida, a contagem global de hemácias, leucócitos, plaquetas, a determinação da concentração de hemoglobina, taxa de hematócrito, os índices eritrocitários foram realizados no contador automático de células. A contagem diferencial de leucócitos foi determinada em esfregaços de SCU corados com May-Grunwald-Giemsa (MGG. Com relação ao eritrograma e ao plaquetograma, não houve diferença significativa entre as amostras obtidas em cesarianas e partos normais. Os valores do leucograma do SCU colhido em partos normais foram superiores àqueles obtidos em cesarianas (P<0,05. Portanto, o tipo de parto influencia os valores hematológicos do cordão umbilical de cães.

  10. Sangrado transvaginal durante el embarazo, como factor de riesgo para isoinmunización al antígeno Rhesus-D

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hernández-Andrade Edgar

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar el sangrado transvaginal en cualquier etapa del embarazo como factor de riesgo para la sensibilización al antígeno eritrocitario Rhesus-D en mujeres previamente no isoinmunizadas (Rh(-NI, como una alternativa para la aplicación rutinaria de gama-globulina anti-D a la semana 28 de gestación. MATERIAL Y MÉTODOS: Estudio de casos y controles consecutivos, efectuado en el Instituto Nacional de Perinatología de la Ciudad de México, en el periodo de 1995 a 2001.Casos (n=24, pacientes Rh(-NI que mostraron seroconversión positiva de anticuerpos contra el componente D del antígeno Rh durante el embarazo o en el puerperio inmediato. Controles (n=24, mujeres Rh(-NI, captadas consecutivamente y que no presentaron seroconversión positiva de anticuerpos Anti-D. En todos los casos los recién nacidos fueron Rh positivos. Ninguna de las pacientes recibió inmunoprofilaxis Anti-D a la semana 28 de gestación. Se evaluaron periodos de sangrado transvaginal en cualquier etapa del embarazo y antes del inicio del trabajo de parto. Se estimaron razones de probabilidad e intervalos de confianza de 95%. RESULTADOS: La presencia de sangrado transvaginal se observó en 18/24 (75% de los casos y en 5/24 de los controles (20%. La actividad uterina pretérmino y la amenaza de aborto fueron las causas más frecuentes identificadas como causa de este sangrado. La presencia de uno solo de estos eventos durante cualquier etapa del embarazo aumentó 11.4 veces (IC 95% 2.9-44.0 el riesgo de sensibilización al antígeno eritrocitario Rh-D, y si el sangrado se presentó después de la semana 20 el riesgo se incrementó 5.0 veces (IC 95% 1.3-19.1. La presencia de sangrado antes de la semana 20 no se asoció con un incremento significativo en el riesgo de sensibilización (OR=7.6, IC 95% 0.8-69.5. CONCLUSIONES: En presencia de cualquier sangrado transvaginal durante el embarazo en una paciente Rh-NI se recomienda la aplicación profiláctica de gama

  11. Evaluation of pelvic varicose veins using color Doppler ultrasound: comparison of results obtained with ultrasound of the lower limbs, transvaginal ultrasound, and phlebography Avaliação de varizes pélvicas por Doppler colorido: comparação dos resultados obtidos com ultrassom dos membros inferiores, ultrassom transvaginal e flebografia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fanilda Souto Barros

    2010-06-01

    Full Text Available Introduction: Pelvic varicose veins, one of the main causes of chronic pelvic pain and dyspareunia, are an important source of reflux for lower limb varicose veins, especially in recurrent cases. Color Doppler ultrasound of the lower limbs and transvaginal ultrasound are the noninvasive diagnostic methods most commonly used to assess pelvic venous insufficiency, whereas phlebography is still considered as the gold standard. Objectives: To determine the prevalence of lower limb varicose veins originating from the pelvis in a group of female patients and to determine the agreement between results obtained via color Doppler ultrasound of the lower limbs, transvaginal ultrasound, and phlebography. Methods: The sample comprised female patients referred to a vascular laboratory for lower limb screening. Patients diagnosed with deep venous thrombosis were excluded. Data analysis included kappa coefficient of agreement, McNemar's test, sensitivity and specificity values. Results: Of a total of 1,020 patients, 124 (12.2% had findings compatible with reflux of pelvic origin. Among these patients, 51 (41.2% were recurrent cases. A total of 249 were submitted to transvaginal ultrasound. There was significant agreement between lower limb ultrasonographic findings and transvaginal findings. Phlebography was performed in 54 patients. The comparison between transvaginal ultrasound and phlebography was associated with a 96.2% sensitivity and 100% specificity. Conclusions: The authors draw attention to the relatively high prevalence of lower limb varicose veins originating from the pelvis, suggesting an important but underdiagnosed cause of recurrent varicose veins.Introdução: AS VARIZES Pélvicas, uma das principais causas de dor pélvica crônica e dispareunia, são uma importante fonte de refluxo para as varizes dos membros inferiores, especialmente em casos recorrentes. O Doppler colorido dos membros inferiores e o ultrassom transvaginal são os m

  12. Influência do número de parto e da técnica reprodutiva na produtividade de uma exploração cunícola

    OpenAIRE

    2009-01-01

    Com este trabalho pretendeu estudar-se a influência do número de parto e da técnica reprodutiva, cobrição natural (CN) ou inseminação artificial (IA), sobre alguns parâmetros produtivos de uma exploração cunícola. Foram analisados os registos de 156 cobrições, resultando em 122 partos. O número de parto exerceu uma influência significativa (P

  13. Digital examination and transvaginal scan - competing or complementary for predicting preterm birth?

    DEFF Research Database (Denmark)

    Reiter, Eva; Nielsen, Kurt Aagaard; Fedder, Jens

    2012-01-01

    The transvaginal ultrasonographic cervix scan has partly replaced digital examination for diagnosing preterm birth; conflicting results are reported about their respective contribution to birth prediction.......The transvaginal ultrasonographic cervix scan has partly replaced digital examination for diagnosing preterm birth; conflicting results are reported about their respective contribution to birth prediction....

  14. Fatores culturais que interferem nas experiências das mulheres durante o trabalho de parto e parto Los factores que interfieren en las experiencias de las mujeres durante el trabajo de parto y parto Factors interfering in the experience of women in childbirth process and in childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Gorette Andrade Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available O parto é um acontecimento de relevância na vida da mulher, uma vez que constitui momento único para o binômio mãe-filho. O estudo teve como objetivo compreender os fatores que interferem nas experiências vividas pela parturiente. Participaram sete parturientes que tiveram filhos através de parto normal, em uma maternidade pública de Fortaleza-Ceará. A coleta dos dados ocorreu nos meses de junho a agosto de 2003. Para coleta e análise dos dados foi utilizada a Etnoenfermagem. Os achados foram refletidos na Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidado Cultural, de Leininger, e foram organizados em três categorias: medo; influência das crenças e religiosidade e gestação anterior. A prática do cuidado cultural na assistência à mulher mostrou como é importante a comunicação e o respeito às suas crenças e valores no momento do trabalho de parto e parto.El parto es una ocurrencia de importancia en la vida de la mujer, pues se constituye un momento único para el binomio madre-hijo. El estudio tuvo por objetivo comprender los factores que interfieren en las experiencias vividas por la parturienta. Participaron siete parturientas que tuvieron sus hijos a través del parto normal, en una maternidad pública de Fortaleza-Ceará. La recolecta de los datos ocurrió en los meses de junio, julio y agosto de 2003. Para la recolecta y el análisis de los datos fue utilizada la Etnoenfermería. Los hallazgos fueron reflejados en la Teoría de la Diversidad y Universidad del Cuidado Cultural de Leininger, y fueron organizados en tres categorías: Miedo; Influencia de las creencias y religiosidad; Gestación anterior. La práctica del cuidado cultural en la atención a la mujer nos ha mostrado la importancia de la comunicación y respecto a sus creencias y valores en el momento que se pone de parto y parto.Childbirth is a relevant happening in a woman's life, as it is a unique moment for the mother-child binomial. This study aimed at

  15. A inserção do acompanhante de parto nos serviços públicos de saúde de Santa Catarina, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odalea Maria Bruggemann

    2013-09-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva, quantitativa, que objetivou descrever a inserção do acompanhante de escolha da parturiente durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato nos serviços vinculados ao Sistema Único de Saúde que prestam assistência ao parto em Santa Catarina/Brasil, e identificar os aspectos que facilitaram e dificultaram esse processo. A população foi composta pelos 138 serviços do estado. Os dados foram coletados de maio/2010 a junho/2011, por meio de questionário enviado aos diretores e por contato telefônico, e posteriormente analisados por estatística descritiva. Dos 135 serviços contatados, 54,8% referiram que sempre permitem a presença do acompanhante, 32,6% permitem às vezes, 11,9% nunca permitem e 0,7% não responderam. A maioria dos serviços permite a presença do acompanhante. No entanto, em alguns deles essa prática ainda é implementada com restrições, pois a escolha da parturiente não é respeitada e impede-se a permanência do acompanhante no momento do parto.

  16. Perfil bioquímico sérico e do fluido folicular e qualidade ovocitária em vacas leiteiras durante o pós-parto no verão e inverno

    OpenAIRE

    Alves, Bênner Geraldo

    2013-01-01

    Considerável número de publicações têm reportado o declínio da eficiência reprodutiva em vacas leiteiras e existem evidências de associação entre alta produção de leite com distúrbios reprodutivos, predisposição para o balanço energético negativo (BEN) e qualidade inferior do ovócito. Outro fator que contribui para a baixa fertilidade é o estresse térmico (ET), que associado à elevada produção de calor metabólico, torna a vaca lactante mais susceptível aos seus efeitos. No Brasil, a raça Giro...

  17. Esterilización tubaria transvaginal: serie de casos

    OpenAIRE

    2011-01-01

    Antecedentes: La esterilización tubaria transvaginal, es una forma de abordar la esterilización quirúrgica, en la actualidad poco popularizada. Objetivo: Evaluar la colpotomía posterior como vía para la esterilización tubaria. Método: Análisis de 100 fichas clínicas de mujeres multíparas en estado no puerperal, a solicitud voluntaria de esterilización. Resultados: Hubo un 3% de complicaciones. Conversiones en el 4% y un tiempo operatorio promedio de 25,2 minutos. Conclusión: La colpotomía pos...

  18. Depressão pós-parto em puérperas: conhecendo interações entre mãe, filho e família Depresión posparto en puérperas: conociendo interacciones entre madre, hijo y familia Postpartum depression in puerperal women: knowing the interactions among mother, son and family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Cláudia Sousa da Silva

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer a interação de puérperas, que apresentam depressão pós-parto, com seus filhos e compreender a percepção de familiares sobre a doença e cuidados maternos prestados por essas puérperas. MÉTODOS: Estudo qualitativo de caráter exploratório que teve como sujeitos do estudo quatro puérperas com depressão pós-parto, acompanhadas em um Centro de Atenção Psicossocial do município de Quixadá - CE e quatro familiares. Foram realizadas visitas domiciliárias para a execução de entrevistas em profundidade. Os dados foram analisados conforme a técnica de análise de conteúdo proposta por Morse e Field. RESULTADOS: As principais alterações emocionais relatadas foram o choro fácil e nervosismo. As puérperas sentiam-se frustradas e/ou inseguras quanto ao exercício da maternidade. Como agravante foi observado que familiares desconheciam o problema da depressão pós-parto. CONCLUSÃO: O cuidado de enfermagem nessa situação deve começar no pré-natal com avaliação da auto-estima, da rede de suporte social e da satisfação das futuras mães.OBJETIVO: Conocer la interacción de puérperas, que presentan depresión posparto, con sus hijos y, comprender la percepción de familiares sobre la enfermedad y cuidados maternos prestados por esas puérperas. MÉTODOS: Estudio cualitativo de carácter exploratorio que tuvo como sujetos de estudio cuatro puérperas con depresión posparto, acompañadas en un Centro de Atención Psicosocial del municipio de Quixadá (estado de Ceará, y cuatro familiares. Fueron realizadas visitas domiciliarias para la ejecución de entrevistas en profundidad. Los datos fueron analizados conforme la técnica de análisis de contenido propuesta por Morse e Field. RESULTADOS: Las principales alteraciones emocionales relatadas fueron el llanto fácil y el nervosismo. Las puérperas se sentían frustradas y/o inseguras en lo referente al ejercicio de la maternidad. Como agravante fue observado

  19. Métodos para indução do parto Methods for labor induction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olímpio Barbosa de Moraes Filho

    2005-08-01

    Full Text Available O interesse da obstetrícia moderna pela indução do parto é demonstrado pela grande quantidade de artigos científicos publicados nos últimos anos. Os avanços da medicina em geral e da obstetrícia em particular têm permitido que mais gestações de risco evoluam até o termo ou próximo dele, com indicação materna ou fetal de interrupção da gestação antes do desencadeamento do trabalho de parto espontâneo. Isso coloca o obstetra na situação entre a escolha da cesárea ou da indução do parto. Para que o obstetra faça a escolha pela indução do parto e desta forma colabore com a diminuição da incidência de cesárea, é necessário que haja método acessível, barato, seguro, efetivo, de fácil utilização e de boa aceitabilidade. Embora exista grande quantidade de métodos de indução do parto relatados na literatura médica, sabe-se que ainda não há método ideal. No entanto, dentre eles, dois se destacam. O primeiro é a ocitocina, que possui as vantagens de promover contrações uterinas fisiológicas de trabalho de parto e com possibilidade de reverter os quadros de aumento da contratilidade uterina com a sua suspensão. O outro método é o misoprostol, o mais utilizado na atualidade, que amadurece o colo uterino e provoca contrações uterinas de trabalho de parto. No entanto, em relação ao misoprostol ainda existem controvérsias sobre sua dose e via ideal e segurança.The interest of modern obstetrics in labor induction can be demonstrated by the huge amount of scientific articles published during the last few years. The advances of medicine in general and particularly of obstetrics allowed that more risky pregnancies reach term or near term, with a maternal or fetal indication for pregnancy interruption before the spontaneous onset of labor and delivery. This leads the obstetrician to the situation of choosing between cesarean section and labor induction. With the aim of helping the obstetrician to make the

  20. Evolução da migração de partos para Aracaju, Sergipe, Brasil, 1970-1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Queiroz Gurgel

    Full Text Available O objetivo deste estudo é descrever a evolução da migração de partos do interior do Estado de Sergipe para a capital (Aracaju, no período compreendido entre 1970 e 1996. Para tanto utilizou-se a informação "município de residência da mãe" cujo parto ocorreu nas maternidades de Aracaju, nos anos de 1970, 1976, 1986 e 1996. Ao se estudar as proporções de mães não residentes em Aracaju, verificaram-se diferenças significativas, sendo que o período com maiores percentuais de migração ocorreu entre 1976 e 1986. A migração foi estimulada pela melhoria das rodovias que dão acesso à capital (a partir de 1970 e pelo incentivo político com fins eleitoreiros (clientelismo. Assim, a melhoria na estrutura hospitalar do interior não impediu o aumento da migração para a capital. Em Sergipe, no período em estudo, houve um crescimento de 134,6% do número de partos ocorridos na capital, provenientes de outras localidades. Além disso, observa-se intensidades de variação diferenciadas, quando se analisa o fenômeno por regiões, tendo em vista a melhoria das condições de acessibilidade. Faz-se necessária a regionalização e hierarquização da assistência ao parto e ao recém-nascido, para que se possa dar um atendimento adequado às gestantes e aos seus filhos.

  1. Resultados maternos e neonatais dos partos normais de baixo risco assistidos por enfermeiras e médicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Lenho de Figueiredo Pereira

    2012-12-01

    Full Text Available O presente trabalho trata-se de pesquisa documental e retrospectiva que avaliou os registros da assistência ao parto normal e nascimentos de baixo risco em uma maternidade pública do município do Rio de Janeiro. Os objetivos foram descrever o perfil assistencial dos partos normais atendidos por enfermeiras e médicos e analisar as similaridades e as diferenças nos resultados maternos e neonatais desses atendimentos. Os dados receberam tratamento estatístico descritivo, foram aplicados os testes “F” de Fisher e o “t” de Student, com nível de significância p<0,05. As condutas de dieta zero, hidratação venosa e ocitocina no trabalho de parto são adotadas por ambos profissionais. Houve diferença significativa (p<0,01 para realização de episiotomia entre as enfermeiras (15% e os médicos (64,3%. Os resultados maternos e neonatais dos partos normais de baixo risco atendidos pelas enfermeiras e médicos foram semelhantes.

  2. Analysis of abnormally thickened endometrial patterns on transvaginal sonography

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Lee, Myung Sook; Cho, Hyeun Cha [Samsung Cheil Hospital, Sungkyunkwan University School of Medicine, Seoul (Korea, Republic of)

    1999-06-15

    To determine whether the transvaginal sonographic appearance of the thickened endometrium can help to predict the underlying endometrial pathologic process. The sonogram reports of fall 41 pre- and 21 postmenopausal women who underwent transvaginal sonogram were retrospectively analyzed. The women undergoing estrogen replacement therapy, tamoxifen therapy or having abnormal cervical cytology were excluded from this study. The analysis of sonographic and histologic results was performed in all patients. Three distinct sonographic patterns were encountered. Type I consisted of heterogeneous endometrial thickening with internal hypoechoic areas (normal [n=4], polyp [n=1] and cancer [n=4] in premenopausal women and cancer [n=4] in postmenopausal women). Type II consisted of echogenic endometrial thickening with or without tiny cysts (normal[n=5], and hyperplasia [n=7] in premenopausal women and normal [n=4], polyp [n=2], and hyperplasia [n=1] in postmenopausal women). Type III consisted of localized well defined endoluminal lesion (normal [n=1], polyp [n=14], hyperplasia [n=1], cancer [n=1], and submucosal mass [n=3] in premenopausal women and normal [n=4], polyp [n=2],submucosal mass [n=3], and hematoma [n=1] in postmenopausal women). The measurement of the endometrial thickness combined with analysis of sonographic echo patterns may be helpful in prediction and differentiation of endometrial disease in pre- and postmenopausal women. Also it can contribute to avoiding unnecessary D and C.

  3. PERCEPÇÃO DE MULHERES SOBRE A VIVÊNCIA DO TRABALHO DE PARTO E PARTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Suelly Saturnino de Oliveira

    2010-01-01

    Full Text Available La visión sobre el parto y cómo es percatado son singulares. Por lo tanto, cada mujer debe recibir una asistencia diferenciada. El objetivo fue conocer la percepción de las puérperas en cuanto a su experiencia de trabajo de parto y parto. Estudio que utiliza abordaje cualitativo, exploratorio y descriptivo realizado en un hospital público de nivel secundario de Fortaleza - Ceará, con catorce puérperas que estaban en Alojamiento Conjunto. Los datos fueron recolectados en agosto y septiembre de 2009, a través de entrevista semiestructurada. Las declaraciones fueron organizadas según la técnica de Análisis de Contenido. Las descripciones de trabajo de parto y parto hicieron hincapié en sentir alivio al superar el dolor y felicidad en ser capaz de tener al niño en los brazos, sin embargo la sensación de dolor se presentó como criterio para clasificar el momento como algo negativo, aunque sea necesaria en el nacimiento. Se concluye que la experiencia del trabajo de parto debe ser tenida en cuenta, ya que trae consecuencias para la participación de la mujer en el parto.

  4. A transvaginal removal and repair of vesicovaginal fistula due to mesh erosion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vineet V Mishra

    2016-01-01

    Full Text Available Vesicovaginal fistula (VVF is a devastating social problem. It can either result from obstetric trauma or following gynecological surgeries, malignancy, or radiation. We present a case of a 70-year-old woman who had a VVF following mesh augmentation surgery for anterior compartment prolapse. She required a transvaginal removal of the eroded mesh followed by a transvaginal repair of VVF using a Martius flap, 6 weeks later. Transvaginal removal of mesh is technically feasible and a good approach. Timing and route of surgery should be individualized.

  5. MÉTODOS NÃO FARMACOLÓGICOS DE ALÍVIO DA DOR DURANTE TRABALHO DE PARTO E PARTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eveline Franco da Silva

    2011-01-01

    Full Text Available RESUMO: Objetivou-se analisar as produções científicas relacionadas aos métodos não farmacológicos de alívio da dor durante trabalho de parto e parto, por meio de uma revisão integrativa da literatura desenvolvida por meio das bases de dados Literatura Latino-Americana em Ciências de Saúde (LILACS e Scientific Electronic Library Online (SciELO. Foram incluídos 21 artigos, oriundos de estudos realizados no Brasil, publicados no período de 2003 e 2009. Os estudos abordaram: mobilidade, hidroterapia, crioterapia, estimulação elétrica transcutânea, técnicas de respiração e relaxamento. A região sudeste apresentou maior número de publicações, com maior incidência entre os anos de 2005 a 2007. Quanto à autoria, evidenciou-se maior empreendimento dos enfermeiros sobre os demais profissionais. A evidência da redução do medo e do uso de analgésicos e anestésicos possibilita sacramentar o uso destas terapias. O estudo permitiu a visibilidade às produções científicas sobre esta temática, apontando para a importância da realização de estudos exploratórios.

  6. Crioterapia no pos-parto: tempo de aplicacao e mudancas na temperatura perineal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Amorim Francisco

    2013-06-01

    Full Text Available Estudo descritivo com dados de dois ensaios clínicos realizados em 2008 e 2009 em uma maternidade de uma instituição filantrópica da cidade de São Paulo. Teve como objetivo descrever a temperatura perineal após a aplicação de bolsa de gelo no pós-parto normal. Três grupos com 38 puérperas cada (n=114 receberam aplicação perineal de bolsa de gelo entre 2 e 48h após o parto. Os achados indicaram que com 10 min de crioterapia as médias da temperatura perineal atingiram de 13,3 a 15,3oC, com pequena redução de temperatura ao final de aplicações de 15 e 20 minutos (2,4 e 2,7o, respectivamente. Após resfriamento por 10 min., as mulheres referiram frio e alívio e, depois de 15 a 20 min., dormência e anestesia local. Conclui-se que 10 minutos de aplicação foram suficientes para reduzir a temperatura perineal aos níveis recomendados para analgesia (10-15oC.

  7. Transvaginal ultrasonography in ovarian cancer screening: current perspectives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    van Nagell Jr JR

    2013-12-01

    Full Text Available John R van Nagell Jr, John T HoffDepartment of Obstetrics and Gynecology, University of Kentucky Chandler Medical Center/Markey Cancer Center, Lexington, KY, USAAbstract: Transvaginal ultrasonography (TVS is an integral part of all major ovarian cancer screening trials. TVS is accurate in detecting abnormalities in ovarian volume and morphology, but is less reliable in differentiating benign from malignant ovarian tumors. When used as the only screening test, TVS is sensitive, but has a low positive predictive value. Therefore, serum biomarkers and tumor morphology indexing are used together with TVS to identify ovarian tumors at high risk for malignancy. This allows preoperative triage of high-risk cases to major cancer centers for therapy while decreasing unnecessary surgery for benign disease. Ovarian cancer screening has been associated with a decrease in stage at detection in most trials, thereby allowing treatment to be initiated when the disease is most curable.Keywords: ovarian cancer, ultrasound, screening, serum Ca-125

  8. Risk Factors for Mesh Exposure after Transvaginal Mesh Surgery

    Institute of Scientific and Technical Information of China (English)

    Ke Niu; Yong-Xian Lu; Wen-Jie Shen; Ying-Hui Zhang; Wen-Ying Wang

    2016-01-01

    Background:Mesh exposure after surgery continues to be a clinical challenge for urogynecological surgeons.The purpose of this study was to explore the risk factors for polypropylene (PP) mesh exposure after transvaginal mesh (TVM) surgery.Methods:This study included 195 patients with advanced pelvic organ prolapse (POP),who underwent TVM from January 2004to December 2012 at the First Affiliated Hospital of Chinese PLA General Hospital.Clinical data were evaluated including patient's demography,TVM type,concomitant procedures,operation time,blood loss,postoperative morbidity,and mesh exposure.Mesh exposure was identified through postoperative vaginal examination.Statistical analysis was performed to identify risk factors for mesh exposure.Results:Two-hundred and nine transvaginal PP meshes were placed,including 194 in the anterior wall and 15 in the posterior wall.Concomitant tension-free vaginal tape was performed in 61 cases.The mean follow-up time was 35.1 ± 23.6 months.PP mesh exposure was identified in 32 cases (16.4%),with 31 in the anterior wall and 1 in the posterior wall.Significant difference was found in operating time and concomitant procedures between exposed and nonexposed groups (F =7.443,P =0.007;F =4.307,P =0.039,respectively).Binary logistic regression revealed that the number of concomitant procedures and operation time were risk factors for mesh exposure (P =0.001,P =0.043).Conclusion:Concomitant procedures and increased operating time increase the risk for postoperative mesh exposure in patients undergoing TVM surgery for POP.

  9. Hybrid transvaginal cholecystectomy, clinical results and patient-reported outcomes of 50 consecutive cases

    NARCIS (Netherlands)

    Boezem, P.B. van den; Velthuis, S.; Lourens, H.J.; Samlal, R.A.; Cuesta, M.A.; Sietses, C.

    2013-01-01

    OBJECTIVE: The aim of this study was to report the clinical and cosmetic results of transvaginal hybrid cholecystectomy (TVC). BACKGROUND: Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES) has been developed as a minimal invasive alternative for conventional laparoscopic cholecystectomy. Altho

  10. Programa hormonal associado ao desmame temporário, na indução de ovulação em vacas de corte durante o pós-parto Hormonal program associated to temporary weaning in the induction of ovulation in beef cows during post-partum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Nadal Maciel

    2001-06-01

    Full Text Available Este experimento foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a eficiência de tratamentos hormonais, associados ao desmame temporário, na indução de ovulação após o parto, em fêmeas de corte criadas extensivamente. Foram utilizadas 143 vacas (Hereford e cruzas Hereford x Nelore, pluríparas, entre 50 e 70 dias após o parto, com condição corporal (CC 2 e 3 (1-5. O grupo SEMED (somatotropina, estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame foi constituído por 50 vacas, as quais receberam (dia 0 500mg de somatotropina bovina recombinante (bST-r, 5mg de benzoato de estradiol e um pessário intravaginal contendo 250mg de acetato de medróxiprogesterona (MAP e, seis dias após, (dia 6 500UI de gonadotrofina coriônica eqüina (eCG. No momento da retirada dos pessários (dia 7, os terneiros foram separados totalmente das vacas por 96h. No grupo EMED (estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame, constituído de 48 vacas, adotou-se um tratamento semelhante ao do grupo anterior, diferindo apenas na não utilização da somatotrofina. No grupo CONTROLE, 43 vacas foram unicamente separadas dos seus filhos por 96h. Logo após a retirada dos pessários vaginais e de realizado o aparte dos terneiros, as vacas foram colocadas em um piquete com touros (1:10. Após 53 dias, foi realizado o diagnóstico de gestação por palpação retal e ultra-sonografia, para detectar as vacas que conceberam no estro subseqüente aos tratamentos. Obtiveram-se índices de prenhez de 11,1% , 38,0% e 56,2% respectivamente, para os grupos CONTROLE, SEMED e EMED, cujas diferenças foram significativas (pThe purpose of this experiment was to assess the efficiency of hormonal treatments on the fertility of beef cows raised extensively on the west border region of Rio Grande do Sul, Brazil. A hundred and forty-three cows (Hereford and Crossing breeds which were between 50 and 70 days after delivery were used and, after being classified according to their

  11. A definição do acompanhante no parto: uma questão ideológica?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hotimsky Sonia Nussenzweig

    2002-01-01

    Full Text Available Discursos médicos, jurídicos e sanitaristas reconhecem a importância que tem a presença do acompanhante no parto. Porém, a definição dessa personagem varia nos diversos discursos em pauta. Descrevemos padrões de acompanhamento na cena do parto em um serviço de saúde 'alternativo' com uma proposta de parto ambulatorial realizado fora do hospital, assistido por obstetrizes, discutindo sua relação com as diferentes formas de sociabilidade, inclusive de relações de gênero, existentes entre as mulheres e os homens de distintas origens sociais que freqüentavam esse serviço. Por fim, discutimos os limites impostos, sobretudo pela legislação estadual de São Paulo e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, ao leque de 'opções' de acompanhante(s elegidas pelas parturientes e aos membros de suas redes de relações.

  12. Sangrado transvaginal durante el embarazo, como factor de riesgo para isoinmunización al antígeno Rhesus-D Transvaginal bleeding during pregnancy associated with Rhesus-D isoimmunization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgar Hernández-Andrade

    2003-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar el sangrado transvaginal en cualquier etapa del embarazo como factor de riesgo para la sensibilización al antígeno eritrocitario Rhesus-D en mujeres previamente no isoinmunizadas (Rh(-NI, como una alternativa para la aplicación rutinaria de gama-globulina anti-D a la semana 28 de gestación. MATERIAL Y MÉTODOS: Estudio de casos y controles consecutivos, efectuado en el Instituto Nacional de Perinatología de la Ciudad de México, en el periodo de 1995 a 2001.Casos (n=24, pacientes Rh(-NI que mostraron seroconversión positiva de anticuerpos contra el componente D del antígeno Rh durante el embarazo o en el puerperio inmediato. Controles (n=24, mujeres Rh(-NI, captadas consecutivamente y que no presentaron seroconversión positiva de anticuerpos Anti-D. En todos los casos los recién nacidos fueron Rh positivos. Ninguna de las pacientes recibió inmunoprofilaxis Anti-D a la semana 28 de gestación. Se evaluaron periodos de sangrado transvaginal en cualquier etapa del embarazo y antes del inicio del trabajo de parto. Se estimaron razones de probabilidad e intervalos de confianza de 95%. RESULTADOS: La presencia de sangrado transvaginal se observó en 18/24 (75% de los casos y en 5/24 de los controles (20%. La actividad uterina pretérmino y la amenaza de aborto fueron las causas más frecuentes identificadas como causa de este sangrado. La presencia de uno solo de estos eventos durante cualquier etapa del embarazo aumentó 11.4 veces (IC 95% 2.9-44.0 el riesgo de sensibilización al antígeno eritrocitario Rh-D, y si el sangrado se presentó después de la semana 20 el riesgo se incrementó 5.0 veces (IC 95% 1.3-19.1. La presencia de sangrado antes de la semana 20 no se asoció con un incremento significativo en el riesgo de sensibilización (OR=7.6, IC 95% 0.8-69.5. CONCLUSIONES: En presencia de cualquier sangrado transvaginal durante el embarazo en una paciente Rh-NI se recomienda la aplicación profiláctica de gama

  13. Ultrasound-guided Transvaginal Aspiration in the Management of Actinomyces Pelvic Abscess

    OpenAIRE

    1996-01-01

    Background: Increasing reports of intrauterine device (IUD)-related abdominopelvic actinomycosis have been described recently. Surgical therapy has been the usual treatment when tubo-ovarian abscess is identified. Case: A 38-year-old woman suffering from Actinomyces pelvic abscess unresponsive to medical treatment underwent transvaginal ultrasound-guided needle aspiration. It resulted in marked improvement and avoided surgical treatment. Conclusion: Transvaginal needle aspiration of Actinomyc...

  14. Fatores de risco maternos para prematuridade em uma maternidade pública de Imperatriz-MA Los factores maternos de riesgo de parto prematuro en una maternidad pública de Imperatriz-MA Maternal risk factors for premature births in a public maternity hospital in Imperatriz-MA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Carvalho de Almeida

    2012-06-01

    Full Text Available Apesar dos avanços da obstetrícia, a prematuridade ainda se configura como um dos grandes problemas de saúde pública, em virtude da morbidade e da mortalidade neonatal que causa. O objetivo deste estudo foi investigar fatores de risco maternos para nascimentos de prematuros em uma maternidade pública de Imperatriz-MA. Um estudo comparativo transversal foi realizado com 116 puérperas, por meio de entrevistas estruturadas. Os dados coletados foram analisados através do Software Epi-Info, versão 3.5.1. As variáveis que tiveram associação estatisticamente significante com a prematuridade foram: renda mensal inferior a 2 salários mínimos (p=0,046; estresse na gestação (p=0,027; primiparidade (p=0,044; assistência pré-natal ausente ou inadequada (pA pesar de los avances en la obstetricia y la prematuridad sigue siendo un problema importante de salud pública debido a la morbilidad y mortalidad neonatal que causa. El objetivo de este estudio fue investigar los factores de riesgo maternos para los nacimientos prematuros en una maternidad pública en Imperatriz, MA. Un estudio comparativo de la sección transversal se llevó a cabo con 116 madres, a través de entrevistas estructuradas. Estudio caso-control se realizó con 116 mujeres, agrupadas en el caso de (58 y control (58, a través de entrevistas estructuradas. Los datos fueron analizados con Epi-Info versión 3.5.1. Las variables que mostraron una asociación estadísticamente significativa con el parto prematuro fueron ingresos mensuales Despite advances in obstetrics, prematurity is still a major public health problem because of the neonatal morbidity and mortality it causes. The objective of this study was to investigate maternal risk factors for premature births in a public maternity in the city of Imperatriz-MA. A cross-sectional comparative study was conducted with 116 mothers, through structured interviews. The data were analyzed using Epi-Info version 3.5.1. The variables

  15. Experiencias de las mujeres durante el trabajo de parto y parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dora Isabel Giraldo Montoya

    2015-05-01

    Full Text Available Objetivo: Develar las experiencias de las mujeres durante el trabajo de parto y parto en una Unidad Materno Infantil de Medellín, durante el año 2013. Metodología: Estudio cualitativo, de tipo fenomenológico. Muestreo representado en la saturación teórica, con la participación de 13 mujeres a quienes se les aplicó la entrevista a profundidad. Se construyeron las categorías descriptivas, posteriormente se agruparon en categorías de orden axial y finalmente se obtuvieron las de orden selectivo para determinar las categorías núcleo. Se desarrolló la triangulación a través de grupos focales y la observación. El estudio obtuvo la aprobación del Comité de Ética y se utilizó el consentimiento informado por escrito. Resultados: Surgieron tres categorías principales: Los síntomas desagradables, La soledad y Yo quiero ver a Camila. Desde la teoría de rango medio de los síntomas desagradables, se encontró que el dolor, la fatiga y la sed son experiencias altamente significativas que comprometen el bienestar y la satisfacción materna. La soledad estuvo presente en todo el proceso, sin embargo el apoyo espiritual y la presencia del personal de salud fueron una fuente de acompañamiento. A pesar del sufrimiento y el dolor del trabajo de parto, el nacimiento las hizo olvidar estos acontecimientos y consideraron que el proceso del parto las reafirmaba frente a la adopción de su rol materno. Conclusiones: Se deben cambiar los métodos tradicionales de cuidado y propiciar otras formas de atención más humanizadas para que las mujeres asuman su rol de madres con seguridad y decisión.

  16. Presencia de estro post-parto en el murciélago frugivoro carollia perspicillata Presencia de estro post-parto en el murciélago frugivoro carollia perspicillata

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Turriago Romero Gabriel

    1988-06-01

    Full Text Available

    En un grupo de 25 murciélagos de la especie <em>Carollia perspicillata, em>en cautiverio, se estudió la posibilidad de ocurrencia de Estro post-parto. El estudio se desarrolló durante el post-parto inmediato, tomando muestras vaginales diarias, durante 30 <em>días, em>para definición de la presencia de Estro mediante citología vaginal. Al final de los 30 días, las hembras fueron sacrificadas para estudio histológico completo de sus tractos reproductivos. La citología vaginal mostró claramente cuatro fases del ciclo menstrual: proestro, estro , post-estro y diestro. Se evidenció que las hembras en época de lactancia aceptan a los machos, confirmado por la presencia de espermatozoides en los frotis vaginales y en los cortes de útero. EI estudio histológico del ovario, mostró la presencia de folículos con un antro de tamaño importante, estro Con folículos maduros, cuerpos lúteos recientes indicativos de ovulación y uteros en estado de gravidez temprana. Todos esos hallazgos confirman la existencia de Estro post-parto en la especie <em>Carollia perspicillata.em>

     

    The occurrence and possibility of post-partum oestrum of the species <em>Carollia perspicillata em>was studied in one group of 25 bats in cautivity. The study was carried out, during the inmediate post-partum by the obtention of daily vaginal smears along 30 days to define the onset of oestrum by vaginal cytology. At the end of 30 days, the females were sacrified in order to carry out complete histological studies of reproductive tracts. The vaginal smears clearly showed four phases in the oestral cycle: proestrus, estrus, postestrus and diestrus. The study showed that the lactating females accept the males. Which was confirmed by the presence of spermatozoa in the vaginal smears and in the uterine slides. The histological study ovary showed the presence of follicles with a fairly large antrum

  17. Representações sociais de adolescentes mães acerca do momento do parto Representaciones sociales de madres adolescentes acerca del momento del parto Social representations of adolescent mothers about parturition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Lúcia de Oliveira Gomes

    2011-06-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste estudo exploratório-descritivo, compreender as Representações Sociais de adolescentes mães, acerca do parto. Coletaram-se os dados no segundo semestre de 2007 por meio de entrevistas com sete adolescentes primigestas e primíparas, com idade entre 15 e 18 anos, internadas em maternidade no sul do país. A análise temática foi utilizada para tratamento dos dados, delineando-se duas categorias "expectativas" e "vivências" da parturição. As expectativas foram observadas de forma dicotômica, umas temerosas pela dor, outras confiantes. As vivências foram permeadas pela sensação de solidão e constrangimento. Compreender o momento do parto pela perspectiva das adolescentes é fundamental para que o(a enfermeiro(a planeje e execute uma adequada assistência, reduzindo o impacto das representações negativas associadas ao parto. Essa modalidade de cuidar requer uma equipe capacitada e sensível às especificidades das adolescentes, para proporcionar-lhes um parto humanizado, por meio da adoção incondicional de princípios éticos, humanísticos e da garantia dos direitos legais.El objetivo, en este estudio exploratorio-descriptivo, fue comprender las Representaciones Sociales de las madres adolescentes acerca del parto. Se recopilaron los datos en el segundo semestre de 2007 por medio de entrevistas con siete adolescentes primigestas y primíparas, con edades comprendidas entre 15 y 18 años, internadas en un hospital de maternidad en el sur del país. Fue utilizado el análisis temático para el procesamiento de datos, identificándose dos categorías "expectativas" y "experiencias" de parto. Las expectativas fueron objetivadas de forma dicotómica, unas temerosas por el dolor, otras seguras de si mismas. Las experiencias fueron permeadas por la sensación de soledad y vergüenza. Comprender el momento del parto desde la perspectiva de las adolescentes es esencial para el(la enfermero(a planear y ejecutar una

  18. Conceitualização pelas enfermeiras de preparação para o parto Conceptualización de los enfermeros de preparación para el parto Nurses' conceptualization on childbirth preparation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Germano Rodrigues Couto

    2006-04-01

    Full Text Available Estudo descritivo, exploratório e qualitativo, realizado mediante a utilização da Técnica de Delphi com amostra de 32 enfermeiras especialistas em Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica que exercem funções em 3 hospitais e 9 centros de saúde do distrito do Porto, norte de Portugal. Teve como objetivos: 1. identificar as idéias e concepções consensuais que um grupo de enfermeiras possui sobre a Preparação para o Parto; 2. saber quais as fontes de informação que consensualmente são mais utilizadas pelas enfermeiras; 3. saber qual a sua aceitação acerca de programas sobre Preparação para o Parto como forma da grávida ter um trabalho de parto ativo. Os resultados revelaram que a Preparação para o Parto é, segundo as enfermeiras estudadas, um momento de educação para a saúde, que envolve procedimentos técnicos, educacionais, relacionais e informativos; de grande importância para a grávida e para a enfermeira, desenrolando-se desde o início da gravidez até o puerpério, como um meio de alterar comportamentos errados com vistas a um resultado esperado com ganhos de saúde para a grávida e sua família.Estudio descriptivo, exploratorio y cualitativo, realizado mediante la utilización de la Técnica de Delphi a una muestra de 32 enfermeras especialistas en Enfermería de Salud Materna y Obstetricia que ejercen funciones en 3 hospitales y 9 centros de Atención Primaria del distrito de Oporto, al norte de Portugal. Tuvo como objetivos: 1. identificar las ideas y concepciones que un grupo de enfermeras posee sobre la Preparación para el Parto; 2. saber cuales son las fuentes de información mas utilizadas por las enfermeras; 3. saber cual es su aceptación sobre programas de Preparación para el Parto y como ayudar a la embarazada en el trabajo de parto. Los resultados revelaron que la Preparación para el Parto es, según las enfermeras de este estudio, un momento de educación para la salud, que envuelve

  19. Cuidado e conforto durante o trabalho de parto e parto: na busca pela opinião das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Elisa Carraro

    2006-01-01

    Full Text Available La obstetricia moderna considera el parto un evento médico-quirúrgico y adopta un modelo de asistencia técnica. Se esperaba que estos avances tecnológicos ayudasen el trabajo de los cuidadores, proporcionando condiciones y tiempo para ser y estar junto al ser humano. Sin embargo, el adelanto tecnológico y científico muestra una enorme fragilidad en relación al cuidado. En el presente estudio, se realizó una investigación cualitativa y cuantitativa, descriptiva prospectiva, que evaluó la opinión de las mujeres puérperas sobre los métodos utilizados para su cuidado y consuelo durante el trabajo de parto y en el parto. Este trabajo es un recorte de los datos cualitativos, enfocando los sentimientos de las mujeres puérperas durante esta vivencia. Con los resultados obtenidos deseamos contribuir en la adaptación de los métodos de cuidado y consuelo, proporcionando un trabajo de parto humanizado, desencadenando en la parturienta su confianza en sí misma y en el equipo, facilitando e incentivando el parto normal, el ejercicio saludable de su sexualidad y también la prevención de la muerte materna.

  20. Influência do ciclo lunar no parto: mito ou constatação científica? Influencia del ciclo lunar en el parto: mito o constatación científica? Influences of lunar cycle in labor: myth or scientific finding?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Bueno

    2010-06-01

    Full Text Available Muitas superstições são encontradas em nossas vidas. Na medicina, uma profissão que se orgulha em métodos baseados em evidências para tratamentos, isso não é uma exceção. Uma superstição que abrange o parto é a influência de determinadas fases do ciclo da lua, mais especificamente a lua cheia. Embora estudos tenham demonstrado que o aumento de partos está relacionado com o ciclo lunar, existe discordância sobre quando ocorre o pico do volume de partos em cada fase da lua. Frente à divergência de resultados existentes na literatura que relaciona os eventos do ciclo lunar com parto, o objetivo desta revisão foi realizar um levantamento bibliográfico na tentativa de esclarecer esta cultura popular com base nos resultados apresentados por diferentes autores.Se encuentran las supersticiones por todas partes en nuestras vidas, y la medicina, una profesión que tiene orgullo acerca de los tratamientos con base en evidencia, no está extinta. La influencia de ciertas fases del ciclo lunar, específicamente la luna llena, es una superstición sobre el parto. Aunque algunos estudios han demostrado un aumento en los partos que se relacionan al ciclo lunar, ha habido discordancia sobre cuando, en el ciclo lunar, el volumen máximo ocurre. Afronte a la divergencia de los resultados existentes en la literatura que relacionan los eventos del ciclo lunar con los partos, el objetivo de esta revisión era explorar la literatura en el esfuerzo de explicar esta cultura popular con la base en los resultados presentado por los diferentes investigadores.Superstitions are found everywhere in our lives, and medicine, a profession that is prides itself on an evidence-based approach to treatment, is not exempt. A superstition that pervades the labor and delivery floor is that it is busier during certain phases of the lunar cycle, specifically the full moon. Although some studies have demonstrated an increase in deliveries that are related to the lunar

  1. Centro de parto normal e a assistência obstétrica centrada nas necessidades da parturiente Centro de parto normal y la asistencia obstétrica centrada en las necesidades de la parturienta Delivery center and obstetric assistance focused on the parturient's needs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilce Xavier de Souza Machado

    2006-06-01

    Full Text Available Levando em conta os vários estudos e reflexões a respeito do novo modelo de assistência ao parto e nascimento (assistência humanizada, e trabalhando como enfermeira obstétrica em um Centro de Parto Normal, surgiu o questionamento a respeito desse conceito, devido às diversas conotações dadas a esse termo. Este artigo foi produzido com a finalidade de divulgar nossa proposta de substituição da expressão "assistência humanizada ao parto", por "assistência obstétrica centrada nas necessidades da parturiente", e de discorrer como essa assistência é prestada no Centro de Parto Normal do Hospital Geral de Itapecerica da Serra (SP, que segue um protocolo de condutas obstétricas e normas preconizadas pelo Ministério da Saúde.Teniendo en cuenta los variados estudios y reflexiones respecto al nuevo modelo de asistencia del parto y nacimiento (asistencia humanizada, y trabajando como enfermera obstétrica en un Centro de Parto Normal, surgió el cuestionamiento relacionado a ese concepto, debido a las diversas connotaciones que se le ha dado. Este artículo fue producido con la finalidad de divulgar nuestra propuesta de sustitución de la expresión "asistencia humanizada del parto", por "asistencia obstétrica centrada en las necesidades de la parturienta", y de discurrir cómo esa asistencia se presta en el Centro de Parto Normal del Hospital General de Itapecerica da Serra (SP, que sigue un protocolo de conductas obstétricas y normas preconizadas por el Ministerio de Salud.As an obstetric nurse working in a Delivery Center and considering the studies and reflections on the new model of assistance to labor and birth (humanized assistance, I started to think about this concept, given the various connotations attributed to the term. This article was written with the aim of divulging our proposal of replacement of the expression "humanized assistance to child-birth" for "obstetric assistance fo-cused on the parturient's needs", and to

  2. A percepção dos profissionais sobre a assistência ao parto domiciliar planejado La percepción de los profesionales acerca de la atención al parto domiciliario planeado The perception of professionals regarding planned home birth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatianne Cavalcanti Frank

    2013-03-01

    Full Text Available Estudo qualitativo com objetivo de compreender a percepção dos profissionais no acompanhamento do parto domiciliar planejado. Foram entrevistados oito profissionais que atuaram em partos domiciliares, em Cascavel/PR. A análise revelou que o domicílio, enquanto local de assistência, possibilita o protagonismo da mulher e da família pela tranquilidade, calma e autonomia. O ambiente é seguro quando se segue requisitos como baixo risco gestacional, avaliação adequada, no decorrer da evolução do parto, presença de materiais adequados, rede transdisciplinar e local pré-definido para encaminhamentos. Os profissionais apontam, ainda, como fundamental, a participação familiar no processo. Conclui-se que o parto domiciliar é uma excelente estratégia para transformar e melhorar a qualidade da atenção obstétrica.Estudio cualitativo con el objetivo de comprender la percepción de los profesionales en el acompañamiento del parto domiciliario planeado. Fueron entrevistados ocho profesionales que trabajaron en los partos domiciliarios en Cascavel/PR. El análisis reveló que el domicilio como un lugar de atención posibilita el protagonismo de la mujer y de la familia por la tranquilidad, calma y autonomía. El ambiente es seguro cuando se siguen los requisitos tales como bajo riesgo gestacional, evaluación adecuada de la evolución del parto, presencia de materiales adecuados, red transdisciplinaria y local predefinido para encaminamientos. Los profesionales apuntan también como fundamental la participación familiar en el proceso. Se concluyó que el parto domiciliario es una excelente estrategia para transformar y mejorar la calidad de la atención obstétrica.This is a qualitative study aimed to understand the perception of professionals regarding planned home birth. Eight professionals who took part in home births in Cascavel/PR were interviewed. The analysis revealed that home, as the care place, allows more prominence to women and

  3. Managing chronic pelvic pain following reconstructive pelvic surgery with transvaginal mesh.

    Science.gov (United States)

    Gyang, Anthony N; Feranec, Jessica B; Patel, Rakesh C; Lamvu, Georgine M

    2014-03-01

    In 2001, the US Food and Drug Administration (FDA) approved the first transvaginal mesh kit to treat pelvic organ prolapse (POP). Since the introduction of vaginal mesh kits, some vaginal meshes have been associated with chronic pelvic pain after reconstructive pelvic floor surgery. Pelvic pain results in between 0 % and 30 % of patients following transvaginal mesh placement. Common causes of chronic pelvic pain include pelvic floor muscle spasm, pudendal neuralgia, and infection. Paucity of data exists on the effective management of chronic pelvic pain after pelvic reconstructive surgery with mesh. We outline the management of chronic pelvic pain after transvaginal mesh placement for reconstructive pelvic floor repair based on our clinical experience and adaptation of data used in other aspects of managing chronic pelvic pain conditions.

  4. Representações sociais sobre o parto domiciliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Fróes de Oliveira Sanfelice

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Objetivo: Conhecer as representações sociais sobre o parto domiciliar de mulheres que fizeram esta opção diante da escassez de estudos que avaliem esse fenômeno sob uma perspectiva humana, histórica e social. Métodos: Pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva, fundamentada na Teoria das Representações Sociais. Foram entrevistadas 14 mulheres que vivenciaram ao menos uma experiência de parto domiciliar, assistido e planejado, na cidade de Campinas-SP e região entre fevereiro e março de 2014. Utilizou-se o critério de saturação teórica para definição do tamanho amostral. Resultados: Os dados analisados revelaram uma representação social: meu corpo, minhas escolhas, meu parto. As participantes mostraram-se discordantes com o modelo de atendimento institucionalizado da atualidade e buscam o parto domiciliar como uma alternativa concreta de contemplação às suas expectativas, as quais estão fortemente alicerçadas pelo princípio da autonomia. Conclusão: As reflexões apresentadas servem como subsídios para o debate e reformulação das políticas de saúde obstétrica brasileira.

  5. Diagnosis of Pentalogy of Cantrell in the First Trimester Using Transvaginal Sonography and Color Doppler

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ayşe Figen Türkçapar

    2015-01-01

    Full Text Available We report the prenatal diagnosis of Cantrell syndrome in the first trimester. During a routine transabdominal ultrasonographic examination, a midline supraumbilical abdominal wall defect including herniated liver and ectopia cordis with a large omphalocele containing the intestines and cystic hygroma was incidentally identified at the 12th week of gestation. A transvaginal sonography examination revealed a severe lumbosacral scoliosis in addition to the inability to visualize the abdominal aorta which was indicative of a severe intracardiac defect. The parents opted for pregnancy to be terminated. In this case report, we discuss the complementary role of transvaginal sonography and Doppler imaging in the diagnosis of Cantrell syndrome in early pregnancy.

  6. Diagnosis of Pentalogy of Cantrell in the First Trimester Using Transvaginal Sonography and Color Doppler

    Science.gov (United States)

    Türkçapar, Ayşe Figen; Sargın Oruc, Ayla; Öksüzoglu, Aysegül; Danışman, Nuri

    2015-01-01

    We report the prenatal diagnosis of Cantrell syndrome in the first trimester. During a routine transabdominal ultrasonographic examination, a midline supraumbilical abdominal wall defect including herniated liver and ectopia cordis with a large omphalocele containing the intestines and cystic hygroma was incidentally identified at the 12th week of gestation. A transvaginal sonography examination revealed a severe lumbosacral scoliosis in addition to the inability to visualize the abdominal aorta which was indicative of a severe intracardiac defect. The parents opted for pregnancy to be terminated. In this case report, we discuss the complementary role of transvaginal sonography and Doppler imaging in the diagnosis of Cantrell syndrome in early pregnancy. PMID:25802780

  7. Ultrasound-guided Transvaginal Aspiration in the Management of Actinomyces Pelvic Abscess

    Science.gov (United States)

    Rahav, Galiya; Hanoch, Josef; Shimonovitz, Shlomo; Yagel, Simcha; Laufer, Neri

    1996-01-01

    Background: Increasing reports of intrauterine device (IUD)-related abdominopelvic actinomycosis have been described recently. Surgical therapy has been the usual treatment when tubo-ovarian abscess is identified. Case: A 38-year-old woman suffering from Actinomyces pelvic abscess unresponsive to medical treatment underwent transvaginal ultrasound-guided needle aspiration. It resulted in marked improvement and avoided surgical treatment. Conclusion: Transvaginal needle aspiration of Actinomyces pelvic abscess may be an alternative to surgical therapy, thereby allowing the preservation of pelvic organs. PMID:18476111

  8. Incontinência urinária no puerpério de parto vaginal e cesárea: revisão de literatura = Urinary incontinence in postpartum of vaginal delivery and cesarean: literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borba, Alice Rios

    2014-01-01

    Conclusão: Conclui-se que a segunda fase prolongada do trabalho de parto tem papel significativo na presença da IU no puerpério em ambos modos de parto, e que a cesárea teria o seu valor protetor no desenvolvimento da IU no puerpério apenas se fosse realizada de maneira eletiva. Dos 14 artigos, apenas um estudo foi realizado na população brasileira, mostrando a importância de serem realizados mais estudos sobre IU no puerpério no Brasil

  9. Associação entre síndromes hipertensivas e hemorragia pós-parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Torreglosa Ruiz

    Full Text Available RESUMO Objetivo Investigar a associação entre síndromes hipertensivas e hemorragia pós-parto (HPP através da mensuração do nível de hemoglobina (Hb e hematócrito (Ht em mulheres atendidas em um hospital universitário do interior paulista. Métodos Estudo epidemiológico, seccional, realizado com 100 primíparas, no período entre agosto e dezembro de 2012. Realizaram-se dosagens de hemoglobina e hematócrito na admissão da parturiente e 48 horas pós-parto. Consideraram-se como HPP valores ≥ queda de 10% do valor do hematócrito da admissão. A HPP foi considerada variável dependente, e as variáveis independentes consideradas foram as socioeconômicas, patológicas, assistência pré-natal, admissão, parto e assistência. Utilizaram-se análises estatísticas uni e bivariadas, com nível de significância de 5%. Resultados As síndromes hipertensivas foram as doenças mais frequentes; houve presença de correlação positiva entre a queda nos níveis de Ht e Hb e não se identificou uma associação entre síndromes hipertensivas e HPP. Conclusões Primíparas portadoras de síndromes hipertensivas não apresentaram maior probabilidade de HPP.

  10. Efeito da condição corporal ao parto sobre alguns parâmetros do metabolismo energético, produção de leite e incidência de doenças no pós-parto de vacas leiteiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lago Ernani Paulino do

    2001-01-01

    Full Text Available Cento e dezoito vacas da raça Holandesa foram utilizadas para se avaliar o efeito da condição corporal ao parto sobre a produção e teor de gordura no leite, níveis plasmáticos de beta-hidroxibutirato (BHBA, glicose e aspartato-aminotransferase (AST e incidência de doenças no início da lactação. De acordo com seu escore de condição corporal (ECC ao parto, em uma escala de 1 (magra, a 5 (gorda, as vacas foram divididas em dois grupos: I constituído por vacas com ECC > ou = 4,0; II vacas com ECC <= 3,5. Os grupos foram diferentes entre si e apresentaram ECC médio de 4,2 e 3,2 para os grupos I e II, respectivamente. O ECC ao parto não afetou a produção de leite, gordura do leite, glicose e AST plasmáticas e a incidência de doenças no período pós-parto. Entretanto, o BHBA foi mais alto (P<0,0084 e a perda de peso foi mais intensa (P<0,01 no grupo I. Quando analisada cada semana separadamente, o BHBA do grupo I foi maior durante as semanas 1 (P<0,009, 2 (P<0 e 3 (P<0,004 pós-parto, sendo que o pico ocorreu na primeira e segunda semana para ambos os grupos. O grupo I também apresentou teores de glicose significativamente menores durante a primeira e segunda semanas (P<0 e P<0,008, respectivamente e numericamente mais baixos nas demais semanas, demonstrando um balanço energético negativo mais intenso neste período.

  11. Outcomes of transvaginal multifetal pregnancy reduction without injecting potassium chloride

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Devika Gunasheela

    2016-12-01

    Full Text Available Background: Assisted reproductive technologies and the use of fertility drugs have significantly increased the prevalence of multiple pregnancy in last three decades. Various techniques and routes have been studied so far regarding fetal reduction to achieve healthy viable pregnancy. The current study aims to study different outcomes of multifetal pregnancy reduction without injecting potassium chloride. Methods: Total 57 patients were studied from October 2011 to November 2012 at our centre. 28 were higher order pregnancies who consented for fetal reduction and 29 were nonreduced twins as control group. It was a prospective comparative study. Fetal reduction was done transvaginally between 8-12 weeks by intracardiac puncture followed by manual aspiration of embryonic parts till asystole. Use of KCl was avoided. The most easily accessible sac was chosen for reduction. All were reduced to twins. Reduction to singleton and selective reduction of anomalous fetus were removed from the study as it could have created a bias in the comparison. The primary outcomes like miscarriage, post procedure complications, mean gestational age at delivery, preterm delivery, mean birth weight were studied. The outcomes of reduced twins were compared with that of nonreduced twins. The various secondary outcomes like IUGR, take home baby rate, neonatal morbidity, mortality, maternal morbidity and mortality, associated obstetric complications were studied. Results: Both groups were comparable with respect to age and parity. The average gestation of fetal reduction was 9.46 weeks. Abortion rate was 17.9% (n=5 in reduced group which was statistically significant. 4 patients were lost to follow up. There were no statistically significant differences with regard to cesarean section rate, preterm delivery, mean birth weight, mean gestational delivery between two groups. No incidence of IUGR in the series. One baby died in the control group, none in reduced group. Take home

  12. Partos domiciliares acidentais na região sul do Município de São Paulo Accidental home deliveries in southern São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Furquim de Almeida

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a freqüência, o risco de mortalidade fetal e neonatal precoce e os determinantes do parto domiciliar acidental. MÉTODOS: Estudo caso-controle de base populacional sobre mortes fetais e neonatais precoces realizado na região sul do Município de São Paulo. Foram coletados dados em entrevistas domiciliares e de prontuários hospitalares. Os motivos referidos pelas mães para a ocorrência de partos domiciliares foram obtidos nas entrevistas. Os fatores de risco para o parto domiciliar foram obtidos comparando-se com os partos hospitalares. Os dados foram analisados separadamente para perdas fetais, óbitos neonatais e sobreviventes. Foram utilizadas odds ratio, intervalo de confiança de 95% e o teste exato de Fisher para avaliar os fatores de risco e estimar o risco de morte. RESULTADOS: A freqüência de partos domiciliares de 0,2% no Sistema de Informações de Nascidos Vivos está sub-notificada. Quando ajustada, passa a ser de 0,4%, compatível com a encontrada em algumas cidades da Europa. Todos os partos domiciliares identificados foram acidentais. O parto domiciliar acidental está associado ao aumento da mortalidade fetal e neonatal precoce. Características sociais das mães e da gestação estão associadas à ocorrência de partos domiciliares acidentais, e não são sempre as mesmas para os três tipos de desfecho (óbito fetal, óbito neo-natal precoce e sobreviventes. A falta de transporte para o hospital foi indicada como motivo para os partos domiciliares por 30% das mães. Falhas do sistema de saúde em reconhecer a iminência do parto e a não disponibilidade de atendimento de urgência contribuíram para a ocorrência de alguns partos domiciliares. CONCLUSÕES: Apesar de serem eventos raros, pelo menos em área urbana, os partos domiciliares acidentais devem merecer atenção específica, já que acarretam aumento do risco de morte e parecem ser evitáveis.OBJECTIVE: To identify the frequency, risks

  13. A acupuntura na analgesia do parto: percepções das parturientes La acupuntura en la analgesía del parto: percepciones de las parturientas Acupunture in childbirth analgesia: perceptions of the parturients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jussara Gue Martini

    2009-09-01

    Full Text Available O estudo objetivou conhecer as percepções das parturientes atendidas na Maternidade do Hospital Universitário de Florianópolis (HU sobre a utilização da acupuntura na analgesia das dores do parto. Por meio de entrevistas com 31 parturientes, atendidas em procedimento de parto normal, em abril de 2005, obteve-se como resultados: 60% das protagonistas do estudo tem de 20 a 30 anos, são procedentes de Florianópolis em 90% dos casos. Uma grande parcela das mulheres atendidas na Maternidade não tem informações sobre o uso da acupuntura no controle das dores obstétricas, atingindo 95% das respostas. Contudo, 70% das entrevistadas acreditam na possibilidade de analgesia por acupuntura e estariam dispostas a experimentar caso disponibilizada na instituição. Tais resultados indicam a necessidade de ampliar os conhecimentos nesta área, bem como da capacitação das equipes de atenção ao parto no uso de outras formas de controle das dores obstétricas.El objetivo del presente estudio fue conocer las percepciones de las mujeres que dieron a luz atendidas en la Maternidad del Hospital Universitario de Florianópolis (HU sobre la utilización de la Acupuntura en la analgesia de los dolores del parto. Por medio de entrevistas con 31 parturientas, atendidas en procedimiento de parto normal, en abril de 2005, se obtuvo los siguientes resultados: 60% de las participantes del estudio tienen de veinte a treinta años, procedentes de Florianópolis en 90% de los casos. Un gran porcentaje de las mujeres atendidas en la Maternidad no tienen información sobre el uso de la acupuntura en el control de los dolores obstétricos, observado en 95% de las respuestas. De esta forma, 70% de las entrevistadas creen en la posibilidad de usar analgesias por acupuntura y estarían dispuestas a experimentar, de ser una posibiidade disponible en la institución. Tales resultados indican la necesidad de ampliar los conocimientos en esta área, así como, la necesidad

  14. Serial transvaginal ultrasound-guided biopsy of the porcine corpus luteum in vivo

    NARCIS (Netherlands)

    Björkman, S.; Yun, J.; Niku, M.; Oliviero, C.; Soede, N.M.; Peltoniemi, O.A.T.

    2016-01-01

    The aims of the present study was to develop and describe a transvaginal ultrasound-guided biopsy method for luteal tissue in the porcine and to evaluate the effects of the method on the reproductive tract, ovarian status and pregnancy status. Biopsies were performed in four multiparous sows on Days

  15. Avaliação do comprimento do colo uterino em gestantes normais entre 20 e 34 semanas de gestação por meio da ultrassonografia endovaginal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Martins Ribeiro Itaborahy

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o comprimento do colo uterino pela ultrassonografia transvaginal em uma população de gestantes normais e construir uma curva de normalidade no período de 20 a 34 semanas de gestação. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo de corte transversal, incluindo 145 gestantes normais, com feto único, vivo, sem enfermidades, entre 20 e 34 semanas de gravidez, examinadas nos serviços de ultrassonografia do Hospital Universitário Júlio Müller e de uma clínica privada. As gestantes foram submetidas a ultrassonografia endovaginal, com registro do comprimento cervical. Critérios de exclusão foram: parto prematuro, rotura prematura pré-termo das membranas, placenta prévia, uso de fármacos tocolíticos e/ou progesterona, cerclagem ou qualquer intervenção cirúrgica prévia no colo. A associação entre o comprimento do colo uterino e a idade gestacional foi examinada por regressão linear. RESULTADOS: O comprimento cervical diminuiu progressivamente em 0,8 mm a cada semana, à medida que a idade gestacional progrediu (r = -0,351; p < 0,001. As mulheres que tiveram afunilamento cervical apresentaram colo mais curto que as demais (p = 0,001. A interpolação dos percentis 5, 50 e 95 provê gráfico passível de ser utilizado como referência. CONCLUSÃO: O comprimento médio cervical em gestantes normais diminui 0,8 mm por semana, entre a 20ª e a 34ª semanas de gestação.

  16. Early Detection of Ovarian Cancer with Conventional and Contrast-Enhanced Transvaginal Sonography: Recent Advances and Potential Improvements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arthur C. Fleischer

    2012-01-01

    Full Text Available Recently, there have been several major technical advances in the sonographic diagnosis of ovarian cancer in its early stages. These include improved assessment of tumor morphology with transvaginal sonography (TVS, and detection and characterization of tumor neovascularity with transvaginal color Doppler sonography (TV-CDS and contrast-enhanced transvaginal sonography (CE-TVS. This paper will discuss and illustrate these improvements and describe how they enhance detection of early-stage ovarian cancer. Our initial experience with parametric mapping of CE-TVS will also be mentioned.

  17. Embolia amniótica durante parto normal sob analgesia: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Fernando Amaral Meletti

    2008-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A embolia amniótica é rara, sendo quadro clínico de início súbito e elevada morbidade. O objetivo deste trabalho foi apresentar um caso de embolia amniótica em paciente primigesta, submetida à analgesia para parto normal. RELATO DO CASO: Gestante de 38 anos, bolsa rota e 5 cm de dilatação do colo uterino. Apresentava-se com muita dor, agitação, sudorese, taquissistolia e venóclise com Ringer com lactato associado a 5 UI de ocitocina em gotejamento lento, pressão arterial (PA de 110 × 70 mmHg, freqüência cardíaca (FC 115 bpm, em ritmo sinusal e SpO2 de 98%. Optou-se por técnica combinada, empregando-se 2,5 mg de bupivacaína pesada e 20 µg de fentanil no espaço subaracnóideo e cateter no espaço peridural. Após 20 minutos do início da analgesia a paciente referiu prurido súbito e intenso, apresentou agitação, vômito e palidez, FC 160 bpm, taquipnéia, SpO2 80% e PA inaudível. Administrou-se solução fisiológica a 0,9% (500 mL associada à hidrocortisona, efedrina (50 mg e oxigênio sob máscara facial com fluxo de 10 L.min-1. Nesse momento, a PA era 60 × 30 mmHg, a FC 150 bpm e a SpO2 92%. Como a PA tendia a diminuir, foi administrado um total de 7 mg de metaraminol, divididos em várias doses. Após o parto vaginal, a paciente foi encaminhada à UTI com PA 90 × 60 mmHg, FC 110 bpm e taquipnéia. Duas horas após apresentou sangramento e hipotensão arterial, sendo diagnosticado coagulação intravascular disseminada (CIVD, tratada com cristalóides, concentrado de hemácias e plasma fresco congelado. Alta da UTI no terceiro dia de pós-operatório. CONCLUSÕES: Em decorrência da dramaticidade, gravidade e instalação abrupta do quadro, a rapidez e objetividade de medidas para manter sinais vitais são fundamentais e decisivos para a sobrevida das gestantes. Alerta-se para a importância de monitoração durante a analgesia de parto.

  18. humanização ao parto e nascimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Antonello Griboski

    2006-01-01

    Full Text Available En la búsqueda de conocer el impacto de la política de humanización al parto y al nacimiento para mujeres y profesionales de la salud fue realizada una investigación cualitativa, usando como la metodología de referencia el Análisis de Contenido. Los datos fueron recolectados mediante la entrevista individual, así las informaciones obtenidas y analizadas a la luz de la Bioética Feminista apuntan que las mujeres vivencian el proceso de parto y alumbramiento con la sensación de miedo y desconocimiento del mismo; y la humanización en ese momento, significa someterse a las acciones intervencionistas dirigidas, a ellas, colocándolas en situación de vulnerabilidad extrema. Los profesionales verbalizan la existencia de una jerarquización en las relaciones, entre ellos y las mujeres, que delimita el espacio social y de los saberes. Fue evidente la falta de comunicación en la asistencia dispensada por ellos a las mujeres. El rescate de la autonomía femenina frente al proceso de parto y la transformación en las relaciones interpersonales y profesionales son aspectos relevantes vinculados a los cambios propuestos por la Política de Humanización.

  19. Endometriose em cicatriz cirúrgica: uma série de 42 pacientes Surgical scar endometriosis: a series of 42 patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabia Lima Vilarino

    2011-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a frequência e o quadro clínico de pacientes com endometriose incisional. MÉTODOS: estudo retrospectivo descritivo a partir da revisão de prontuários de pacientes submetidas à ressecção de nódulos em cicatriz cirúrgica na Faculdade de Medicina do ABC, no período de novembro de 1990 a setembro de 2003. A idade, a paridade, o número de cesáreas, os sintomas, a localização do tumor, o diagnóstico inicial, o tratamento e a recorrência foram relatados e analisados. Os resultados foram representados por porcentagem, média e desvio padrão. RESULTADOS: foram encontrados 42 pacientes com diagnóstico de endometriose em cicatriz. Dos 42 casos, 37 eram de endometriose em cicatriz de cesárea; 3 casos em episiotomia e 2 casos em ápice vesical aderido à histerorrafia. A média de idade das pacientes foi de 32,4 anos com desvio padrão de ±6,2 anos. Todas tinham como antecedente cirúrgico exclusivo o parto, e a queixa principal foi nodulação com dor perimenstrual em 40% dos casos. Em 57% das pacientes, a avaliação clínica foi complementada pelo exame de ultrassonografia pélvica ou transvaginal. As pacientes foram tratadas com ressecção completa do nódulo e a recidiva ocorreu em apenas dois casos. CONCLUSÃO: a endometriose em cicatriz cirúrgica é incomum; entretanto, tem diagnóstico inicial fácil se o quadro clínico for conhecido. O tratamento eficaz é cirúrgico.PURPOSE: to evaluate the frequency and clinical picture of patients with incisional endometriosis. METHODS: retrospective descriptive study performed from the medical records of patients that underwent nodules resection in the surgical scar at Faculdade de Medicina do ABC, from November 1990 to September 2003. The age, parity, number of cesarean sections, symptoms, tumor location, initial diagnosis, treatment, and recurrences were surveyed and analyzed. The results were reported as percentage, mean, and standard deviation. RESULTS: we found 42

  20. Perfil de casais que optam pelo parto domiciliar assistido por enfermeiras obstétricas Perfil de las parejas que optan por el parto domiciliario asistido por enfermeras obstétricas Profile of couples who opt for home birth assisted by obstetric nurses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Simoni Silveira Feyer

    2013-06-01

    Full Text Available Esta pesquisa exploratório-descritiva foi desenvolvida com o objetivo de identificar as características sociodemográficas de casais que optam pelo domicílio como local para a ocorrência do parto. Participaram 25 casais que elegeram os serviços de uma equipe de enfermeiras obstétricas que assiste a partos domiciliares, em Florianópolis-SC. As informações foram obtidas por meio dos registros em prontuários dos atendimentos prestados pelas enfermeiras e de entrevistas semiestruturadas com os casais praticantes do parto domiciliar planejado, tendo sido realizada análise descritiva do perfil obtido. Identificou-se que a maioria dos casais era de pessoas com formação superior, relacionamento estável, que residiam em casa própria e tinham estabilidade profissional. Grande parte dos participantes não era natural de Florianópolis e alguns casais vieram de outras cidades para que o parto ocorresse nesta cidade. Foi possível concluir que a opção pelo parto em casa está atrelada à revalorização do ambiente doméstico, e não a um resgate do passado.Estudio exploratorio-descriptivo, desarrollado con el objetivo de identificar las características sociodemográficas de las parejas que eligen el hogar como un lugar para la ocurrencia del parto. Participaron 25 parejas que han elegido los servicios de un equipo de enfermeras obstétricas que asisten partos en domicilio de Florianópolis-SC. La información se obtuvo a través de los registros de la atención prestada por las enfermeras y entrevistas semiestructuradas con las parejas participantes del nacimiento domiciliario planificado, después de haber realizado un análisis descriptivo del perfil obtenido. Se identificó que la mayoría de las parejas practicantes del parto en casa son personas con educación superior, relación estable, que viven en sus propias casas y tienen seguridad laboral. Gran parte de los participantes no es natural de Florianópolis y algunas parejas

  1. Implantación del nuevo modelo de atención al parto: Actitud de los profesionales Implementação do novo modelo de atendimento ao parto: Atitude dos profissionais Implementation of the new model of care during childbirth: Attitude of professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Miguel Martínez-Galiano

    2011-12-01

    Full Text Available La Organización Mundial de la Salud (OMS recomienda seguir una pauta de atención al parto de forma más humanizada. En España se puso en marcha una estrategia para fomentar la atención del parto de baja intervención. Objetivos: conocer cómo, ante esta nueva realidad, los profesionales implicados en la atención sanitaria de las mujere de parto se habían adaptado a la nueva tendencia de asistencia al parto y como valoraban las mujeres este tipo de atención. Metodología: estudio observacional descriptivo cuyos sujetos de estudio son las mujeres que han dado a luz y los profesionales implicados en la atención al parto del Hospital San Juan de la Cruz de Úbeda (España. Se utilizó un cuestionario de elaboración propia y se realizó un análisis descriptivo de los datos a través de frecuencias absolutas, relativas, media y desviación estándar. Resultados: los profesionales, en su mayoría, están satisfechos, motivados y se han adaptado a las nuevas prácticas de asistencia al parto. Las mujeres están satisfechas con la atención recibida en su parto. Conclusión: el nuevo modelo de atención al parto ha sido incorporado por los profesionales de la salud lo que hace que las mujeres estén satisfechas con los buenos resultados obstétricos y neonatales.A Organização Mundial da Saúde (OMS recomenda seguir uma pauta de atenção ao parto de forma mais humanizada. Em Espanha pôs-se em marcha uma estratégia para fomentar a atenção do parto de baixa intervenção. Objectivos: conhecer de que forma, perante esta nova realidade, os profissionais implicados na atenção de saúde das mulheres em trabalho de parto se têm adaptado à nova tendência de assistência ao parto e de que forma as mesmas valorizavam este tipo de atenção. Metodologia: estudo observacional descritivo cujos sujeitos de estudo são as mulheres que deram à luz e os profissionais implicados na atenção ao parto do Hospital San Juan de la Cruz de Úbeda (Espanha

  2. UNA EXPERIENCIA DE ACOMPAÑAMIENTO CON DOULA A ADOLESCENTES EN TRABAJO DE PARTO

    OpenAIRE

    Pugin P,Edda; Kopplin I,Erika; Larraín C,Carmen; Gallego J,Verónica; Aramayo R,Marco; Ortiz C,Juan

    2008-01-01

    Objetivo: Comparar la percepción del dolor-temor durante el trabajo de parto y parto, y el grado de dificultad-satisfacción con la experiencia de parto, en un grupo de adolescentes acompañadas por doula y otro con atención habitual. Método: El grupo estudio comprendió 80 adolescentes del "Programa Emprende Mamá" que controlaron sus embarazos en centros de salud de la comuna de La Florida y con parto en el hospital Dr. Sótero del Río, acompañadas por una mujer familiar o amiga, elegida por la ...

  3. PARTOGRAMA EN MUJERES MULTÍPARAS CON MANEJO MÉDICO DEL TRABAJO DE PARTO

    OpenAIRE

    Parra C,Mauro; Astudillo D,Julio; Caballero T,Rafael; Terra A,Rodrigo; Araneda A,Max; Atria A,Arturo; Rau M,Carlos; Pérez B,Sebastián

    2007-01-01

    Antecedentes. La evaluación gráfica del parto fue descrito originalmente por Friedman, sin embargo, una descripción de la evolución del trabajo de parto con un manejo médico contemporáneo no ha sido completamente evaluado. Objetivo: Analizar el efecto de un manejo médico estandarizado del trabajo de parto, que incluye anestesia regional, rotura artificial de membranas y conducción ocitócica, sobre la fase activa del trabajo de parto en multíparas. Método. Análisis retrospectivo de 130 multípa...

  4. Representação de parturientes acerca da dor de parto

    OpenAIRE

    Rejane Marie Barbosa Davim; Gilson de Vasconcelos Torres; Janmilli da Costa Dantas

    2008-01-01

    Este estudo teve como foco conhecer as representações de parturientes acerca da dor de parto. Representa também o conceito de representação, discutindo-se a relação da dor de parto historicamente relacionado a algo intolerável e doloroso fisicamente. A pesquisa foi realizada na Unidade de Parto Humanizado de uma Maternidade Pública de Natal/RN, no período de 01 mês no ano de 2007. Os sujeitos foram 19 parturientes a partir de sua segunda gestação e estar na fase ativa do trabalho de parto. Os...

  5. O efeito do banho de imersão na duração do trabalho de parto El efecto del baño de inmersión en la duración del trabajo de parto The effect of immersion baths on the length of childbirth labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flora Maria Barbosa da Silva

    2006-03-01

    Full Text Available Estudo experimental, randomizado do tipo ensaio-clínico, teve como objetivo identificar a influência do banho de imersão na duração do primeiro período clínico do parto e na freqüência e duração das contrações uterinas. Os dados foram coletados em uma maternidade pública filantrópica da cidade de São Paulo que atende, em média, 1.100 partos mensais. A amostra constou de 108 parturientes, 54 no grupo controle e 54 no experimental, que fizeram uso do banho de imersão. Os resultados demonstraram que o banho de imersão não modificou a duração do trabalho de parto e a freqüência das contrações uterinas. No entanto, a duração das contrações foi estatisticamente menor no grupo experimental (41,9 versus 44,6min. Concluiu-se que o banho de imersão é uma alternativa para o conforto da mulher, durante o trabalho de parto, por oferecer alívio à parturiente, sem interferir na progressão do parto sem trazer prejuízos ao recém-nascido.Este estudio experimental, randomizado del tipo ensayo-clínico, tuvo como objetivo identificar la influencia del baño de inmersión en la duración del primer período clínico del parto y en la frecuencia y duración de las contracciones uterinas. Los datos fueron recolectados en una maternidad pública filantrópica de la ciudad de São Paulo que atiende, en promedio, 1,100 partos mensuales. La muestra constó de 108 parturientas, 54 en el grupo control y 54 en el experimental, que hicieron uso del baño de inmersión. Los resultados demostraron que el baño de inmersión no modificó la duración del trabajo de parto y la frecuencia de las contracciones uterinas. Entre tanto, la duración de las contracciones fue estadísticamente menor en el grupo experimental (41,9 versus 44,6min. Se concluye que el baño de inmersión es una alternativa para el confort de la mujer, durante el trabajo de parto, por ofrecer alivio a la parturienta, sin interferir en la progresión del parto y ocasionar

  6. Parâmetros sangüíneos e urinários, no pré e pós parto, de búfalas criadas em sistema exclusivo de pastejo The blood and urinary values in the pre and pos-parturient period of buffaloes, kept on exclusive pasture feeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Magno Chaves de Oliveira

    2003-06-01

    Full Text Available Foi avaliada a ocorrência de alterações nas concentrações de glicose sanguínea, proteína plasmática total, hematócrito e presença de corpos cetônicos na urina de oito búfalas leiteiras da raça Murrah, com idade variando entre 5 e 10 anos, com no mínimo duas lactações, clinicamente sadias, desde 60 dias antes até 60 dias pós-parto. As concentrações médias de glicose sangüínea e o valor médio do hematócrito diminuíram significativamente no pós-parto (pEight lactating buffaloes of the Murrah breed were used from 60 days before up to 60 days after calving, in order to evaluate alterations in the concentration of blood glucose, total plasmatic protein, haematocrit and the presence of ketonic bodies in the urine. The 5 to 10- year old buffaloes were clinically healthy and had had at least two lactations. During the experimental period the animals were maintained on Brachiaria brizantha pasture and supplemented with a mineral mixture and water.The media concentrations of blood glucose and the media values of the haematocrit diminished significantly after calving (p<0,05. The concentrations of total plasmatic protein did not show significant variation during the pre and post-calving period. The ketonic bodies in the pre-calving period were only detected in the urine of one buffaloe, but after the 32nd day of lactation ketonic bodies were detected in all animals. There was a direct relationship between the color of the urine positive by the Rothera test and blood glucose concentrations. It can be concluded that at the beginning of lactation the buffaloes had an energetic deficit, characterized by a decline of blood glucose concentrations and the presence of ketonic bodies in the urine, and that lactation caused a progressive decline of the hematocrit, but that the concentration of total plasmatic protein did not vary during the pre and post-calving period.

  7. Depressão pós-parto e alterações de sono aos 12 meses em bebês nascidos na zona urbana da cidade de Pelotas/RS Postpartum depression and sleep disorders in 12 month-old babies born in the urban area of Pelotas city

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Rozales Lopes

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar se existe associação entre as alterações no sono dos bebês aos 12 meses de vida e a depressão pós-parto materna. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal aninhado a uma coorte. A amostra foi constituída por mulheres que realizaram o acompanhamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS, nas unidades básicas de saúde do município de Pelotas, e que tiveram seus partos a partir de junho/2006. Os bebês de 12 meses oriundos dessa gestação também fazem parte da amostra. Para avaliar a presença de sintomas depressivos nas mães, foi utilizada a Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS e foram investigados os seguintes comportamentos do sono dos bebês: horas de sono por dia, regularidade do horário para dormir e acordar, sono agitado e despertar noturno. Para análise, foi utilizada Regressão de Poisson. RESULTADOS: 35,7% dos bebês possuem alteração no padrão de sono. Após o ajuste ao modelo hierárquico proposto, a alteração no sono infantil manteve associação com a sintomatologia depressiva da mãe (p OBJECTIVE: Verify whether there is association between sleep disorders in babies at 12 months of age and postpartum depression in motherhood. METHODS:Cross sectional study. The sample was made up of women who had done their prenatal medical care at the National Health System (SUS, at the health basic units in Pelotas and who had their deliveries from June, 2006. The 12 month old babies from these women are also part of the sample. In order to assess depressive symptoms in the mothers, Edinburgh Postnatal Depression Scale was used and the following sleeping behaviors of the babies were investigated: hours of sleep per day, regularity of sleep and wake up time, disturbed sleep and night awakening. Poisson Regression was used for the analysis. RESULTS: 35.7% of the babies showed alterations in their sleeping patterns. After adjusting for the proposed hierarchal model, sleep alteration of the babies was still

  8. Randomized controlled clinical trial on two perineal trauma suture techniques in normal delivery Ensayo aleatorio clínico controlado para dos técnicas de sutura perineal en parto normal Ensaio clínico controlado aleatório sobre duas técnicas de sutura do trauma perineal no parto normal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Ferreira Silva de Almeida

    2008-04-01

    , el que fue más frecuente en mujeres con sutura separada.O objetivo foi comparar a cicatrização e a dor perineal com a utilização das técnicas de sutura contínua e separada em mulheres com parto normal. Realizou-se estudo controlado aleatório, em centro de parto normal, em Itapecerica da Serra, São Paulo. Participaram 61 mulheres com episiotomia ou rotura perineal de segundo grau, alocadas em dois grupos, segundo a técnica de sutura contínua (n=31 ou separada (n=30. Os principais desfechos avaliados foram edema, equimose, hiperemia, secreção, deiscência, fibrose, freqüência e magnitude da dor (avaliada pela escala numérica de 1 a 10. Os dados foram coletados na internação e após a alta (quatro e 41 dias pós-parto. A cicatrização foi por primeira intenção em 100% dos casos, nas duas técnicas de sutura. Não houve diferença estatisticamente significante para a ocorrência de morbidades, exceto na dor perineal à palpação, com quatro dias de pós-parto, que foi mais freqüente entre as mulheres com sutura separada.

  9. Estudo das indicações de partos cesáreas entre hospitais de atendimento ao Sistema Único de Saúde: baixo e alto riscos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Rosa Pellicciari

    2015-10-01

    Full Text Available A alta incidência de partos cesáreas  sem indicações precisas é motivo de preocupação mundial.  As cesáreas sem indicações médicas estão associadas a maiores riscos maternos e fetais. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS não há justificativa, para qualquer região do mundo possuir  taxas de partos cesáreas maiores do que 10-15%.  Este projeto investigou  os fatores indicativos para a  realização de partos cesáreas  entre hospitais da rede SUS em Sorocaba-SP: Hospital Santa Lucinda – HSL (baixo risco e Conjunto Hospitalar de Sorocaba – CHS (alto risco. Durante o período de 03/2014 a 03/2015 foi realizada análise retrospectiva de 300 prontuários das pacientes internadas nestes hospitais. Analisou-se parâmetros maternos sócio-epidemiológicos, reprodutivos, clínicos e  indicações dos partos cesáreas.  No CHS prevaleceu o tipo de parto cesárea (56,3%, enquanto no HSL a porcentagem do parto cesárea foi 32,4% (p<0,001.  Em relação ao tipo de parto anterior, o número de pacientes com cesárea anterior prevalece no HSL: 77% (n=83 em comparação com o CHS: 56,4% (n=62, (p=0,0009.   Em relação às indicações de cesárea, as mais prevalentes no HSL foram: sofrimento fetal agudo: 24% (n=36, falha na indução ao parto: 22% (n=33 e desproporção céfalo-pélvica: 18,7% (n=28. No CHS  as maiores proporções foram: sofrimento fetal agudo: 35,3% (n=53  e iteratividade: 25,3% (n=38 (p<0,0001.  A observação dos resultados demonstra a realização de partos cesáreas em porcentagens superiores àquelas preconizadas pela OMS. Sua redução poderá ser conseguida preparando-se e conscientizando-se melhor a mulher perante a futura parturição, com procedimentos precisos de indução ao parto, utilizando a aplicação de procedimentos analgésicos, e, ainda com a devida prática da extração baixa pelo fórcipe de alívio às parturientes.

  10. Appendicitis Diagnosed by Emergency Physician Performed Point-of-care Transvaginal Ultrasound: Case Series

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robert Bramante

    2013-09-01

    Full Text Available Lower abdominal pain in females of reproductive age continues to be a diagnostic dilemma for the emergency physician (EP. Point-of-care ultrasound (US allows for rapid, accurate, and safe evaluation of abdominal and pelvic pain in both the pregnant and non-pregnant patient. We present 3 cases of females presenting with right lower quadrant and adnexal tenderness where transvaginal ultrasonography revealed acute appendicitis. The discussion focuses on the use of EP-performed transvaginal US in gynecologic and intra-abdominal pathology and discusses the use of a staged approach to evaluation using US and computed tomography, as indicated. [West J Emerg Med. 2013;14(5:415-418.

  11. Analgesia peridural para o trabalho de parto e para o parto: efeitos da adição de um opióide Effects of the association of an opioid with epidural analgesia for labor and delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Guilherme Cecatti

    1998-07-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia e segurança da associação bupivacaína com sufentanil para a analgesia no trabalho de parto e do parto por meio de um bloqueio peridural contínuo. Realizou-se um ensaio clínico duplo-cego, prospectivo e aleatório, incluindo sessenta mulheres nulíparas da Maternidade do CAISM/UNICAMP. No momento da analgesia, as mulheres foram aleatoriamente alocadas em dois grupos: BS, recebendo 12,5 mg de bupivacaína com adrenalina mais 30 µg de sufentanil e BP, recebendo 12,5 mg de bupivacaína com adrenalina mais placebo. Foram avaliados os parâmetros relativos à qualidade e duração da analgesia, duração do trabalho de parto e também possíveis efeitos sobre o recém-nascido. Os resultados mostraram a superioridade da adição do sufentanil sobre o grau de analgesia durante o tempo de ação da primeira dose de anestésico local. Não houve aumento na duração do trabalho de parto depois do início da analgesia quando se compararam ambos os grupos, nem qualquer diferença quanto à via de parto. Não houve também diferenças entre os grupos com relação à avaliação dos recém-nascidos. Conclui-se que a associação de 30 µg de sufentanil à primeira dose de bupivacaína é segura e eficaz, melhorando a qualidade da analgesia, sua duração e não afetando a progressão do trabalho de parto e o resultado neonatal.The purpose of the present study was to evaluate the efficacy and safety of the association bupivacaine with sufentanil for labor and delivery analgesia through a continuous epidural blockade, for both mother and the neonate. A randomized double blind prospective clinical trial was performed including sixty nulliparous women at the Maternity of CAISM/UNICAMP. When requesting analgesia, the women were randomly allocated to two groups: BS, receiving 12.5 mg of bupivacaine with adrenaline plus 30 µg of sufentanil and BP, receiving 12.5 mg of bupivacaine with adrenaline plus placebo

  12. Comparison of transvaginal ultrasonography and hysteroscopy in the diagnosis of uterine pathologies

    OpenAIRE

    Babacan, Ali; Gun, Ismet; Kizilaslan, Cem; Ozden, Okan; Muhcu, Murat; Mungen, Ercument; Atay, Vedat

    2014-01-01

    A thorough evaluation of the uterine cavity is frequently required in gynecology practice. The aim of this study was to compare the diagnostic values of transvaginal ultrasound examination and hysteroscopy in detecting uterine abnormalities in a group of patients within a range of menopausal status and symptomatology. This study included 285 patients admitted with complaints of abnormal uterine bleeding, postmenopausal bleeding, lower abdominal pain, abnormal vaginal discharge or for a routin...

  13. Sintomas urinários irritativos após parto vaginal ou cesárea Irritative bladder symptoms after vaginal delivery or c-section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Pary Scarpa

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a frequência de Sintomas Urinários Irritativos (SUI três anos após o parto em mulheres previamente entrevistadas no terceiro trimestre da gestação e sua associação com a via de parto exclusiva, a paridade, a idade materna, o peso do RN, a realização da episiotomia e o uso de fórcipe. MÉTODOS: Das 340 mulheres, originalmente avaliadas no terceiro trimestre da gestação, 120 foram localizadas e entrevistadas por telefone, três anos após o parto, entre junho e outubro de 2006. Foi analisada a associação entre SUI e via exclusiva de parto (vaginalou cesáreo, paridade,idade materna, peso do recém-nascido, realização da episiotomia e uso de fórcipe. Os resultados foram avaliados por meio de estatística descritiva, teste Qui quadrado e cálculo da razão de prevalência (p 35 peso do recém-nascido (> 4000g, realização da episiotomia e uso de fórcipe. CONCLUSÃO: A via de parto e a paridade não foram fatores determinantes para a disfunção do trato urinário inferior após o parto, representada pelos sintomas urinários irritativos, tampouco, a idade materna, o peso do RN, a realização da episiotomia e o uso de fórcipe.OBJECTIVE: This study intended to investigate the frequency of irritative bladder symptoms three years after delivery in women previously interviewed in the third trimester of pregnancy and its correlation to mode of delivery, parity, maternal age, birth weight, episiotomy and forceps. METHODS: From 340 women previously evaluated at the third trimester of pregnancy, 120 were interviewed three years after delivery, between June and October 2006. Correlation of postpartum irritative bladder symptoms and mode of delivery (exclusively vaginal or c-section, parity, maternal age, birth weight, episiotomy and forceps was analyzed. Associations between irritative bladder symptoms and obstetric parameters were assessed by the Fisher's exact test and Chi-square (p 35, birth weight (> 4000g

  14. Prevalência e fatores associados à prematuridade entre gestantes submetidas à inibição de trabalho de parto prematuro Prevalence and risk factors associated to preterm delivery among pregnant women submitted to preterm labor inhibition treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucila Coca Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar a prevalência de parto prematuro em gestantes submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro e analisar os fatores associados. MÉTODOS: estudo transversal, com dados coletados de 163 prontuários de gestantes submetidas a tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro atendidas em 1995-2000, no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, Brasil. A variável dependente constituiu-se na ocorrência de parto prematuro e as independentes foram: idade, escolaridade, ocupação, paridade, companheiro, tabagismo, infecção urinária prévia, número de consultas pré-natal e intervalo interpartal. A análise foi feita pelo teste de associação pelo Qui-quadrado e modelos de regressão logística univariado e múltiplo. RESULTADOS: 66,3% das gestantes tiveram filhos prematuros e, em 22,7% dos casos, o parto ocorreu antes de 34 semanas. Houve associação estatística significativa entre parto prematuro e ser nulípara e apresentar número baixo de consultas pré-natal. CONCLUSÕES: atenção especial deve ser dada às gestantes nulíparas e com número reduzido de consulta pré-natal submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro, com a finalidade de prevenir esse evento.OBJECTIVES: to identify preterm delivery prevalence in pregnant women submitted to preterm delivery inhibition treatment and to analyze associated factors. METHODS: cross sectional study with data collected from 163 pregnant women medical files seen from 1995-2000 at the University Hospital of the University of São Paulo, Brazil. The dependent variable was preterm delivery and the independent ones were: age, education, job, parity, companion, smoking, prior urinary infection, number of prenatal medical visits and birth interval. Analysis was performed through association by the Chi-square test and univariate and multiple logistic regression models. RESULTS: 66.3% of the women had preterm

  15. Update on Instrumentations for Cholecystectomies Performed via Transvaginal Route: State of the Art and Future Prospectives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elia Pulvirenti

    2010-01-01

    Full Text Available Natural Orifice Transluminal Endoscopic Surgery (NOTES is an innovative approach in which a flexible endoscope enters the abdominal cavity via the transesophageal, transgastric, transcolonic, transvaginal or transvescical route, combining the technique of minimally invasive surgery with flexible endoscopy. Several groups have described different modifications by using flexible endoscopes with different levels of laparoscopic assistance. Transvaginal cholecystectomy (TVC consists in accessing the abdominal cavity through a posterior colpotomy and using the vaginal incision as a visual or operative port. An increasing interest has arisen around the TVC; nevertheless, the most common and highlighted concern is about the lack of specific instruments dedicated to the vaginal access route. TVC should be distinguished between “pure”, in which the entire operation is performed through the transvaginal route, and “hybrid”, in which the colpotomy represents only a support to introduce instruments and the operation is performed mainly by the classic transabdominal-introduced instruments. Although this new technique seems very appealing for patients, on the other hand it is very challenging for the surgeon because of the difficulties related to the mode of access, the limited technology currently available and the risk of complications related to the organ utilized for access. In this brief review all the most recent advancements in the field of TVC's techniques and instrumentations are listed and discussed.

  16. Transvaginal Drainage of Pelvic Abscesses and Collections Using Transabdominal Ultrasound Guidance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kevin C. Ching

    2015-01-01

    Full Text Available Objectives. To evaluate clinical outcomes following transvaginal catheter placement using transabdominal ultrasound guidance for management of pelvic fluid collections. Methods. A retrospective review was performed for all patients who underwent transvaginal catheter drainage of pelvic fluid collections utilizing transabdominal ultrasound guidance between July 2008 and July 2013. 24 consecutive patients were identified and 24 catheters were placed. Results. The mean age of patients was 48.1 years (range = 27–76 y. 88% of collections were postoperative (n=21, 8% were from pelvic inflammatory disease (n=2, and 4% were idiopathic (n=1. Of the 24 patients, 83% of patients (n=20 had previously undergone a hysterectomy and 1 patient (4% was pregnant at the time of drainage. The mean volume of initial drainage was 108 mL (range = 5 to 570. Catheters were left in place for an average of 4.3 days (range = 1–17 d. Microbial sampling was performed in all patients with 71% (n=17 returning a positive culture. All collections were successfully managed percutaneously. There were no technical complications. Conclusions. Transvaginal catheter drainage of pelvic fluid collections using transabdominal ultrasound guidance is a safe and clinically effective procedure. Appropriate percutaneous management can avoid the need for surgery.

  17. Modelo predictivo de parto prematuro basado en factores de riesgo

    OpenAIRE

    Abad Chamorro, Inés

    2016-01-01

    Se entiende como parto prematuro aquel que tiene lugar antes de la semana 37 de gestación. Puede ser causado, principalmente, por una infección uterina, una rotura prematura de las membranas, una distensión uterina, o un reconocimiento inmunológico materno-fetal insuficiente. Hay toda una serie de factores de riesgo que se asocian epidemiológicamente con la prematuridad, por lo que su control o desaparición podrían disminuir la prevalencia de este hecho. El objetivo del presente estudio es di...

  18. Parto hospitalar: experiências de mulheres da periferia de Cuibá-MT Parto hospitalar: experiencias de mujeres de subúrbios de Cuibá-MT Hospital delivery: women´s experience from the suburbs of Cuibá-MT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neuma Zamariano Fanaia Teixeira

    2006-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi analisar alguns aspectos culturais que atravessaram as vivências de mulheres ao se submeteram ao parto normal hospitalar do SUS. Trata-se de pesquisa qualitativa com referencial téorico-metodológico da Teoria das Representações Sociais e, para a coleta dos dados, foram entrevistadas, no domicilio, dez mulheres que haviam vivenciado partos normais em hospital do SUS. Como resultados, constatamos que, dos aspectos que atravessaram suas vivências, vários estavam relacionados a uma cultura institucional que revelou um atendimento pautado por violência velada e em desrespeito aos princípios do Programa de Humanização do Nascimento do Ministério da Saúde. Concluímos que há muitos investimentos ainda a serem feitos para melhorar a qualidade da assistência ao parto e ao nascimento nos locais estudados.El objetivo de este artículo fue analizar algunos de los aspectos culturales que hicieron parte de las vivencias de mujeres cuando se han sometido al parto normal hospitalar del Sistema Público de Salud. Trata-se de una investigación cualitativa, cuyo referencial teórico fue la Teoría de las Representaciones Sociales e, para colectar los datos, hicimos encuestas, en el domicilio, con diez mujeres que hubieran tenido parto normal en hospitales públicos. Como resultados, tuvimos que, de los aspectos que atravesaron sus vivencias, muchos estaban relacionados a una cultura institucional que ha expuesto violencia velada a la mujer y en falta de respecto a los principios del Programa de Humanización en el Nacimiento del Ministerio de la Salud. Hemos concluido que aun hay mucho a se investir para mejorar la calidad de la asistencia al parto e al nacimiento en los locales estudiados.The objective of this article was to analyze some cultural aspects of women who have experienced normal deliveries at hospitals of the National Health System. It is a qualitative research, and its theoretic-methodological reference was

  19. Transvaginal liver resection (NOTES combined with minilaparoscopy Resección hepática transvaginal, fusión de NOTES y minilaparoscopia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. F. Noguera

    2008-07-01

    Full Text Available Objective: to report on the first liver resection performed on a human being by a transvaginal NOTES approach combined with minilaparoscopy. Patients and methods: a sixty-one-year-old woman with a history of Wertheim's hysterectomy for endometrial carcinoma 10 years ago, and malignant melanoma correctly treated in 2006, had suspected segment-V liver metastasis near the gallbladder by CT-scan and MRI. The indication for a laparoscopic approach was made, and a combined transvaginal and minilaparoscopic resection was offered and accepted by the patient. The procedure was performed by a multidisciplinary team composed of surgeons and gastroenterologists. It involved creating a pneumoperitoneum by placing a Veres needle in the umbilical fundus, followed by the insertion of a 5-mm trocar. A second, 3-mm trocar was placed in the right upper quadrant. A lot of pelvic adhesions were found in the major pelvis, and it was necessary to place a third, 5-mm trocar in the left abdominal side. It was employed only for the adhesions, not for liver resection. Adhesions were removed to reveal the minor pelvis and the vaginal fornix. A colpotomy was performed with a 12-mm trocar placed inside the vagina, which allowed the insertion of the videogastroscope as far as the liver hilum. Results: liver resection (segment-V partial resection and cholecystectomy were performed by using a combination of working tools inserted through the entry port for the minilaparoscopy and the videogastroscope. The en bloc resection was removed transvaginally through the videogastroscope. There were no postoperative complications, and the patient was discharged after 48 hours. Conclusions: transvaginal liver resection is possible and safe when performed by a multidisciplinary team. Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES is an emerging modality that seeks to be less invasive, better tolerated, and more respectful of esthetics. It will probably open the way for very

  20. Estudo do peso do recém-nascido, faixa etária da mãe e tipo de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Batista Ferreira dos Santos

    2001-09-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo estudar o peso do recém-nascido, a faixa etária da mãe e o tipo de parto ocorrido em Maternidades de Rio Branco - Acre - Brasil, no período de 1994 a 1996. Como resultado 73,8% nasceram de parto normal e 25,5% por cesariana. Por outro lado 5,4% dos partos foram por adolescentes na faixa etária de 10-14 anos Com relação ao peso, 84,6% estavam dentro do normal, 7,4% abaixo e 6,6% acima. Vale ressaltar o registro de peso, idade e sexo como sendo ignorados, o que demonstram falhas nos registros. Concluindo destacamos a importância da assistência no período pré-natal, proporcionando atenção ao binômio mãe-filho, além de maior empenho por parte da Direção das Maternidades e das Chefias de Enfermagem na produção e análise dos dados.

  1. Comprimento do colo uterino de gestantes com rotura prematura pré-termo de membranas avaliado pela ultra-sonografia transvaginal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Spara Patricia

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o comprimento do colo uterino, por meio da ultra-sonografia transvaginal, em gestantes com rotura prematura pré-termo de membranas. PACIENTES E MÉTODOS: o grupo de estudo (Ge foi constituído por 26 grávidas entre a 24ª e a 36ª semana de gestação e o grupo controle (Gc por 49 pacientes clinicamente normais, na mesma idade gestacional. As pacientes foram avaliadas entre a 24ª e 28ª, 28ª e 32ª, 32ª e 36ª semana de gestação, sendo subdivididas nos subgrupos Ge24-28, Ge28-32, Ge32-36 e Gc24-28, Gc28-32, Gc32-36, conforme pertencessem ao grupo de estudo e controle, respectivamente. O comprimento do colo uterino foi obtido por meio da ultra-sonografia transvaginal, em vista sagital, realizando-se a medida linear da distância entre os orifícios cervicais interno e externo. RESULTADOS: observamos diferenças significantes das medidas do comprimento do colo uterino entre Ge24-28 e Gc24-28, cujos valores foram 24,3 e 33,0 mm, respectivamente (p=0,04, como também entre Ge32-36 e Gc32-36, cujos valores foram, respectivamente, 20,1 e 28,0 mm (p=0,005. Os períodos de latência dos grupos Ge24-28, Ge28-32 e Ge32-36 foram, respectivamente, sete, cinco e três dias, apresentando correlação positiva com o comprimento do colo uterino (r=0,66 e negativa com a idade gestacional (r=-0,27. CONCLUSÃO: o comprimento do colo uterino variou de acordo com a idade gestacional em que a rotura prematura pré-termo das membranas foi detectada, sendo menor no grupo de estudo que no grupo controle entre a 24ª e a 28ª e entre a 32ª e a 36ª semana. Além disso, demonstrou-se que quanto menor o comprimento do colo, menor é o tempo de latência, e que houve diminuição no período de latência à medida que aumentou a idade gestacional em que se deu a rotura.

  2. Reflexões sobre o resgate do parto natural na era da tecnologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Petronila Libana Cechin

    2002-08-01

    Full Text Available Este artigo tece algumas considerações reflexivas sobre o resgate do parto natural, apesar dos avanços tecnológicos na área obstétrica. Retomar as nossas raizes culturais para humanizar o processo da gestação e do parto, é uma proposta alternativa ao modelo atual. A interferência da tecnologia médica sobre o parto está associada ao poder econômico que se apossou do corpo, preconizando que o nascimento seguro é aquele que ocorre no meio hospitalar, munido de alta tecnologia. Assim sendo, criou-se a filosofia do parto medlcalizado, com rigorosa assepsia e atitudes técnicas, multas vezes desnecessárias, interferindo nesta maravilhosa conquista evolutiva que é o parto normal.

  3. Vivências maternas sobre a assistência recebida no processo de parturição Vivencias maternas sobre asistencia recibida en el trabajo de parto Maternal experiences on the assistance received in the process of parturition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane Marten Milbrath

    2010-09-01

    Full Text Available Esse estudo teve por objetivo conhecer as vivências maternas sobre a assistência recebida durante o trabalho de parto e parto em que o filho sofreu asfixia perinatal grave. Trata-se de uma pesquisa descritiva-exploratória com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio da entrevista semiestruturada, com seis mulheres que vivenciaram o processo de parturição em que seus filhos sofreram asfixia perinatal grave, no período de 2005-2007, na cidade de Rio Grande/RS. Os resultados apontaram aspectos positivos e negativos na assistência recebida durante o processo da parturição. Como positivos emergiram: o diálogo, a confiança e a agilidade no atendimento. Como aspectos negativos destacaram-se: o despreparo do profissional para assistir a mulher no momento da intercorrência durante o trabalho de parto e parto; a desumanização na assistência; e a ausência de um acompanhante durante o processo. Salienta-se a necessidade de se rever a assistência prestada à mulher durante o processo de parturição.Este estudio tuvo como objetivo comprender las vivencias maternas sobre la asistencia recibida durante el trabajo de parto y parto en el que su hijo sufrió asfixia perinatal severa. Esta es una investigación exploratoria y descriptiva con un enfoque cualitativo. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas semi-estructuradas con seis mujeres que experimentaron en el trabajo de parto en el que sus hijos sufrieron asfixia perinatal severa, en el período 2005-2007 en la ciudad de Rio Grande / RS. Los resultados mostraron aspectos positivos y negativos de la asistencia recibida durante el trabajo de parto. Surgió como resultados positivos: el diálogo, la confianza y agilidad en a asistencia. Como aspectos negativos se destacan: la falta de profesionales preparados para ayudar la mujer en el momento de las complicaciones durante el trabajo de parto y parto, la deshumanización de la asistencia, y ausencia de un acompa

  4. Obesity and gestational weight gain: cesarean delivery and labor complications Obesidade e ganho de peso gestacional: cesariana e complicações de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Seligman

    2006-06-01

    arroladas entre 1991-1995 e seguidas até o parto. As categorias do índice de massa corporal e o ganho de peso total foram calculados com base no peso pré-gestacional. Associações entre estas categorias nutricionais e complicações do parto foram ajustadas por regressão logística. RESULTADOS: A obesidade foi observada em 308 (6,9% pacientes. As cesarianas ocorreram em 164 (53,2% obesas, 407 (43,1% pré-obesas, 1.045 (35,1% normais e em 64 (24,5% mulheres de baixo peso. O risco relativo para cesariana na comparação de obesas com grávidas de peso normal foi 1,8 (IC 95%: 1.5-2.0. Ganho de peso excessivo mostrou a maior associação com cesariana entre obesas (RR=2,2; IC 95%: 1,4-3,2 para 4º vs 2º quartil. Maior peso pré-gravídico esteve associado com risco ajustado significativamente aumentado para mecônio no parto vaginal e com prematuridade, morte perinatal ou infecção na cesariana. Similarmente, grande ganho de peso aumentou o risco para mecônio e hemorragia materna no parto vaginal e com prematuridade na cesariana. CONCLUSÕES: A obesidade pré-gestacional e o ganho de peso excessivo aumentaram de forma independente o risco de cesariana e vários resultados adversos durante o parto vaginal. Esses achados oferecem evidências adicionais aos efeitos negativos da obesidade pré-gravídica e do ganho de peso excessivo na gravidez e parto.

  5. O efeito da deambulação na duração da faze ativa do trabalho de parto El efecto de la deambulación en la duración de la fase activa del trabajo de parto The ambulation effect in the active stage duration of the labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Villela Mamede

    2007-09-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo analisar a associação entre a deambulação e a duração da fase ativa do trabalho de parto. Metodologia: estudo analítico de intervenção do tipo quase experimental. Fizeram parte do estudo 80 parturientes primíparas, admitidas em trabalho de parto espontâneo, no início da fase ativa. Instrumentos de coleta de dados: podômetro para medir a distância percorrida em metros, Escala Visual Numérica (EVN de dor, formulário para o registro de dados. Resultados: as participantes percorreram uma distância média de 1.624 metros, 63,09% da fase ativa do trabalho de parto e em um tempo médio de 5 horas. Verificou-se que a quantidade deambulada durante as três primeiras horas da fase ativa está associada a um encurtamento do trabalho de parto, sendo que a cada 100 metros percorridos ocorreu uma diminuição de 22 minutos na primeira hora, 10 minutos na segunda hora e 6 minutos na terceira hora.La finalidad de este trabajo fue la de analizar la asociación entre la deambulación y el tiempo de la fase activa del trabajo de parto. Metodología: estudio analítico de intervención del tipo casi experimental. Participaron del estudio 80 parturientes primíparas, admitidas en trabajo de parto espontáneo, en el inicio de la fase activa. Instrumentos de recopilación de datos: podómetro para medir la distancia transcurrida en metros, Escala visual numérica de dolor, Formulario para el registro de datos. Resultados: las participantes transcurrieron una distancia media de 1624metros, 63,09% de la fase activa del trabajo de parto y en un tiempo promedio de 5 horas. Se verificó que la cantidad deambulada durante las tres primeras horas de la fase activa está asociada a un acortamiento del trabajo de parto. Para cada 100 metros transcurridos ocurrió una disminución de 22 minutos en la primera hora, 10 minutos en la segunda hora y 6 minutos en la tercera hora.This study aimed to analyze the association between

  6. Influence of the type of delivery on the outcome of urinary incontinence physical therapy treatment Influência do tipo de parto no resultado do tratamento fisioterapêutico na incontinência urinária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Regina Knorst

    2012-08-01

    Full Text Available Objectives: To analyze the influence of the type of delivery on the pelvic floor muscle strength (PFMS of women with urinary incontinence (UI, before and after physical therapy intervention and the relationship between the different types of UI and type of delivery. Materials and Methods: In this nonrandomized, uncontrolled clinical trial, 46 women (35 to 78 years with a medical diagnosis of UI (stress – SUI, mixed – MUI, urgency – UUI, who did not undergo gynecological surgery were included. The voluntaries were evaluated (perineometry and bidigital test and undertook a conservative treatment consisting of pelvic floor exercise and transvaginal electrical stimulation. Results: The mean age was 53.6±10.5 years. Half the voluntaries had MUI, 39.1% had SUI and 10.9% UUI. After treatment, the women who had had normal delivery presented a significant increase in the PFMS, both measured by the perineometer (p=0.031; paired Student´s T test and by the bidigital test (p≤0.05; Wilcoxon’s Test, while the women who had cesarean section or both types of delivery did not present a significant gain. The relationship between the type of delivery and types of UI did not present a significant difference. Over 80% of the women that had normal delivery or cesarean section were continent or satisfied after the treatment. Conclusion: The voluntaries that had normal delivery presented the greatest gains in the PFMS. Notwithstanding, the type of delivery did not influence the results of the physical therapy intervention regarding urinary continence, since the majority of the women treated reported being continent or satisfied with the treatment.Objetivos: Analisar a influência do tipo de parto na força muscular do assoalho pélvico (FMAP de mulheres com incontinência urinária (IU, antes e depois de intervenção fisioterapêutica e determinar a relação entre os tipos de IU e tipos de parto. Materiais e Métodos: Neste ensaio clínico, de bra

  7. Efeito da adição de clonidina subaracnóidea à bupivacaína hiperbárica e sufentanil para analgesia de parto Efecto de la adición de clonidina subaracnoidea en la bupivacaína hiperbara y sufentanil en la analgesia del parto The effect of adding subarachnoid clonidine to hyperbaric bupivacaine and sufentanil during labor analgesia

    OpenAIRE

    Mônica Maria Siaulys Capel Cardoso; Papa,Fabio V.; Vieira,Roberta F.; Mário M. Kondo; Marcelo Luis Abramides Torres

    2006-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A adição de clonidina subaracnóidea (um alfa-agonista), prolonga a ação analgésica da combinação do sufentanil e da bupivacaína isobárica em analgesia combinada para o trabalho de parto. O objetivo desse estudo foi comparar a qualidade e a duração de analgesia e a incidência de efeitos colaterais após a adição de clonidina subaracnóidea à bupivacaína hiperbárica e sufentanil em anestesia combinada raqui-peridural para o trabalho de parto. MÉTODO: Foram estudadas 26 ...

  8. Deficiência de ferro na gestação, parto e puerpério

    OpenAIRE

    Lilian P. Rodrigues; Jorge,Silvia Regina P. F.

    2010-01-01

    A anemia por deficiência de ferro representa desordem nutricional de maior prevalência em todo o mundo. As duas causas mais comuns de anemia na gestação e pós-parto são a deficiência de ferro e as perdas sanguíneas agudas. Na gestação, as mudanças fisiológicas podem dificultar o diagnóstico das doenças hematológicas. O propósito deste estudo é revisar a deficiência de ferro na gestação, as consequências adversas materno-fetais, o diagnóstico e manejo da anemia na gestação....

  9. Avaliação física e dos níveis séricos de cortisol de bezerros neonatos da raça Nelore, nascidos de partos normais e auxiliados Physical and serum cortisol levels evaluation of Nelore newborn calves born by normal and laborious parturition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton R.F. Gasparelli

    2009-10-01

    Full Text Available O presente trabalho visou avaliar a vitalidade e os níveis séricos de cortisol de bezerros neonatos, nascidos de partos eutócicos e auxiliados, bem como determinar os índices de partos distócicos em vacas receptoras de embriões nelores. Cerca de 310 bezerros foram avaliados. Observou-se a ocorrência de 38 partos distócicos (38/310 e de oito abortos (8/310. Os bezerros nascidos de partos distócicos mais duradouros, entre quatro e seis horas, apresentaram os maiores valores médios de frequência respiratória e dos níveis séricos de cortisol. A temperatura retal foi mais elevada em animais nascidos de partos laboriosos do que naqueles nascidos de partos normais. As taxas de morbidade e mortalidade em animais neonatos nelores foram de 77,93% e 3,44%, respectivamente. O emprego do escore APGAR, ao nascimento, demonstrou que 90% dos bezerros apresentavam-se deprimidos, independente do tipo de nascimento.The purpose of present study was to evaluate the vitality and the serum levels of cortisol from newborn calves by normal and laborious deliveries, and to obtain the distocia register in Nelore embryo recipient cows. Three hundred ten calves were evaluated. The register of 38 dystocic calvings (38/310 and 8 abortions (8/310 were observed. In newborn animals the morbity and mortality rates were 77.93% and 3.44%, respectively. Calves born after long dystocic calving, lasting 4-6 hours, showed the highest mean values of respiratory frequency and serum cortisol levels. Animals born after laborious calving presented higher rectal temperature than those born at normal calving. The APGAR score showed that 90% calves had signs of dullness independent of parturition type.

  10. Role of transvaginal sonography and hysteroscopy in abnormal uterine bleeding: does the diagnostic yield increase by combining transvaginal sonography, hysteroscopy and biopsy?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nivedita Krishnamoorthy

    2014-08-01

    Methods: This was a descriptive cross sectional study between January 2013 to June2014 in Sri Manakula Vinayagar medical college and hospital. After obtaining ethics committee approval, 100 consecutive patients with abnormal uterine bleeding between the age group of 35 and 55 years, who consented to participate in the study, were subjected to transvaginal sonography followed by diagnostic hysteroscopy combined with a directed biopsy. TVS and hysteroscopy was performed by two different investigators. The endometrial curettings and any intracavitary lesion were subjected to histopathological examination. Results tabulated and analysed using MS EXCEL and cross tabulation using Epi-info. Sensitivity, specificity, PPV, NPV for each pathology by TVS and hysteroscopy with HPE as the gold standard was calculated. Also the pathology causing abnormal uterine bleeding was computed by taking into account the endometrial characteristics and the associated lesions diagnosed by TVS, hysteroscopy and histopathological examination report. Results: 61 patients had only single lesions in the form of normal endometrium, atrophic endometrium, endometrial hyperplasia, endometrial polyp, malignancy and IU synechiae whereas 39 patients had lesions like intramural fibroids, adenomyosis, submucus myoma and polyps associated with different types of endometrium. The diagnostic accuracy of TVS and hysteroscopy were comparable for normal endometrium whereas hysteroscopy was found to be more accurate for endometrial polyps, endometrial hyperplasia and atrophic endometrium. Conclusions: The combination of transvaginal sonography, hysteroscopy and directed biopsy was found to increase the diagnostic yield in patients with abnormal uterine bleeding. As the diagnostic accuracy increased by combining the three modalities, an effective and appropriate management can be planned. [Int J Reprod Contracept Obstet Gynecol 2014; 3(4.000: 919-923

  11. Manejo del dolor con acupuntura durante el trabajo de parto intrahospitalario

    OpenAIRE

    Casanova Gómez, Ana; Bernat Adell, María Desamparados

    2016-01-01

    Introducción: El uso de terapias complementarias para el alivio del dolor durante el trabajo de parto es cada vez más común en el medio hospitalario. Los métodos no farmacológicos suponen un aumento de la confianza y la participación de la mujer embarazada, que se siente autónoma en su propio proceso de parto. Este estudio pretende evaluar el uso de la acupuntura como técnica analgésica no farmacológica durante el trabajo de parto intrahospitalario. Metodología: Se realizó un e...

  12. Influencia del contacto precoz, nacionalidad, tipo de parto y prematuridad en la lactancia materna

    OpenAIRE

    Ana Belén Laviña Castan

    2015-01-01

    Conocer si en el HUMS existe asociación entre lactancia materna y nacionalidad, prematuridad, tipo de parto, contacto precoz piel con piel. Estudio de cohortes, en una muestra de 541 puérperas del HUMS en octubre-noviembre 2011. Las variables: nacionalidad, tipo de parto, contacto precoz, parto prematuro e inicio lactancia materna se recogieron antes del alta hospitalaria mediante cuestionario. A los dos meses postparto se contactó telefónicamente con las madres para conocer el tipo de lactan...

  13. Factores pronósticos en la inducción del trabajo del parto

    OpenAIRE

    Pérez Matos, Cristina

    2016-01-01

    Programa de doctorado: Patología Quirúrgica, reproducción humana, factores psicológicos y el proceso de enfermar. Área de Obstetricia y Ginecología. La fecha de publicación es la fecha de lectura [ES]Obejtivos: analizar los factors pronósticos del éxito de la inducción del parto (finalización mediante parto vaginal). Igualmente se analizaron los factores pronósticos para el éxito en alcanzar la fase activa del parto. Material y métodos: Estudio prospectivo observacional de las gestantes en...

  14. Tratamento do trabalho de parto prematuro Management of preterm labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Eduardo Bittar

    2009-08-01

    Full Text Available O objetivo principal para o uso de uterolíticos no trabalho de parto prematuro é prolongar suficientemente a gestação para a administração materna de glicocorticoides e/ou realizar a transferência materna para um centro hospitalar terciário. As decisões sobre o uso e a escolha de uterolítico requerem o diagnóstico correto do trabalho de parto prematuro, o conhecimento da idade gestacional, das condições médicas materno-fetais, da eficácia, dos efeitos colaterais e do custo do medicamento. Todos os uterolíticos possuem efeitos colaterais e alguns deles são potencialmente letais. Os estudos sugerem que os agonistas de receptores beta-adrenérgicos, os bloqueadores de cálcio e os antagonistas de receptor de ocitocina são eficazes para prolongar a gestação por pelo menos 48 horas. Dos três agentes, o atosiban (antagonista de receptor de ocitocina possui maior segurança, embora o custo seja elevado. O sulfato de magnésio não é eficaz para prolongar a gestação e apresenta efeitos colaterais importantes. Os inibidores da ciclooxigenase também apresentam efeitos colaterais significativos. Até o momento, não há evidências suficientes para se recomendar o uso de doadores de óxido nítrico para inibir o trabalho de parto prematuro. Não existem fundamentos para o emprego de antibióticos para evitar a prematuridade diante do trabalho de parto prematuro.The main purpose of using uterulytic in preterm delivery is to prolong gestation in order to allow the administration of glucocorticoid to the mother and/or to accomplish the mother's transference to a tertiary hospital center. Decisions on uterolytic use and choice require correct diagnosis of preterm delivery, as well as the knowledge of gestational age, maternal-fetal medical condition, and medicine's efficacy, side-effects and cost. All the uterolytics have side-effects, and some of them are potentially lethal. Studies suggest that beta-adrenergic receptor agonists

  15. Associação da Vaginose Bacteriana com o Parto Prematuro Espontâneo Association of Bacterial Vaginosis with Spontaneous Preterm Delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Henrique Burlacchini de Carvalho

    2001-09-01

    Full Text Available Objetivo: relacionar a presença de vaginose bacteriana em gestantes com a ocorrência de parto prematuro espontâneo. Método: foram estudadas 611 gestantes do serviço pré-natal da Clínica Obstétrica do HCFMUSP. Foram incluídas gestantes com idade gestacional confirmada por ultra-sonografia no primeiro trimestre de gestação ou duas ultra-sonografias até a 20ª semana quando havia discordância da idade gestacional no primeiro exame. Os partos prematuros eletivos foram excluídos. A pesquisa da vaginose foi realizada na 23ª ou 24ª semana de gestação por meio da técnica de coloração de Gram. O pH vaginal foi pesquisado utilizando-se fita de pH Universal 0-14 produzida pela Merck. O conteúdo vaginal foi coletado com a paciente em posição ginecológica, utilizando-se espéculo não-lubrificado. O pH foi medido na parede lateral da vagina e o conteúdo para Gram foi coletado do fundo de saco vaginal utilizando-se de cotonete estéril. Resultado: das 611 gestantes envolvidas inicialmente no estudo, foram obtidos os resultados do parto em 541. A vaginose bacteriana foi diagnosticada por bacterioscopia em 19% dos casos. No grupo de gestantes com vaginose, 9,7% (10/103 evoluíram com parto prematuro, contra apenas 3,2% (14/438 no grupo negativo (p=0,008. A sensibilidade da bacterioscopia positiva para vaginose bacteriana para predição do parto prematuro foi de 41,7%, a especificidade de 82%, a acurácia de 80,2%, com taxa de falso-positivos de 18% e risco relativo de 1,8. Conclusão: a vaginose bacteriana diagnosticada pelo Gram do conteúdo vaginal representa fator de risco para o parto prematuro, com risco relativo de 1,8.Purpose: to evaluate the relationship between bacterial vaginosis (BV and spontaneous preterm delivery. Method: a total of 611 pregnant women from the general antenatal clinic of the "Clínica Obstétrica do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo" were enrolled in this study. All pregnancies were

  16. Effectiveness of cervical length screening by transvaginal sonography and use of progesterone for preventing preterm labour

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Snehal S. Dhobale

    2016-08-01

    Conclusions: The study concluded that use of vaginal progesterone 200 mg in women with cervical length 25 mm or less measured by transvaginal sonography (as a good predictor of preterm labour has useful effect in preventing preterm labour as well as associated neonatal mortality and morbidity. Neonatal survival is critically dependent on maturity of an infant and progressively increases with gestational age. Each day critically impacts on maturity and survival. Thus prevention and/or effective management of preterm labour will improve neonatal outcome and will have a profound impact on societal and long-term public healthcare costs. [Int J Reprod Contracept Obstet Gynecol 2016; 5(8.000: 2813-2818

  17. COMPARISON OF TRANSVAGINAL ULTRASONOGRAPHY AND HYSTEROSCOPY IN THE EVALUATION OF PERI AND POSTMENOPAUSAL BLEEDING

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pratibha

    2016-03-01

    Full Text Available Anything that can significantly improve the accuracy of diagnosis, the cause of abnormal uterine bleeding in peri-menopausal and postmenopausal women can reduce the frequency of hysterectomy as a cure. Abnormal uterine bleeding has become more important on 2nd half of twentieth century, because women are experiencing more menstrual cycles during their reproductive life. AIM To evaluate intrauterine abnormalities in symptomatic peri and postmenopausal bleeding by transvaginal ultrasonography and hysteroscopy. METHOD This prospective study was carried out on 60 patients with peri and postmenopausal bleeding attending Gynaecology OPD at Batra Hospital. RESULT Hysteroscopy has higher sensitivity for diagnosing endometrial abnormalities compared to TVS.

  18. Polimorfismo do receptor de progesterona como fator de risco para o parto prematuro The progesterone receptor gene polymorphism as factor of risk for the preterm delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tenilson Amaral Oliveira

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar a associação entre o polimorfismo do gene do receptor da progesterona (PROGINS e o risco de parto prematuro. MÉTODOS: estudo caso-controle, para o qual foram selecionadas 57 pacientes com antecedente de parto prematuro (Grupo Caso e 57 pacientes com parto a termo na gravidez atual e sem antecedentes de parto prematuro (Grupo Controle. Foi realizada a coleta de 10 mL de sangue por venopunção de veia periférica para extração de DNA. As genotipagens foram feitas por reação em cadeia de polimerase (PCR nas condições de ciclagem específicas para o polimorfismo em estudo seguida de eletroforese em gel de agarose a 2%. Foram determinados três genótipos: selvagem (T1/T1, heterozigoto (T1/T2 e mutado (T2/T2. As frequências genotípicas e alélicas dos dois grupos foram comparadas pelo teste do χ² adotando-se, com o nível de significância, valor pPURPOSE: to investigate the association between gene polymorphism of the progesterone receptor (PROGINS and the risk of premature birth. METHODS: In this case-control study, 57 women with previous premature delivery (Case Group and 57 patients with delivery at term in the current pregnancy and no history of preterm delivery (Control Group were selected. A 10 mL amount of peripheral blood was collected by venipuncture and genomic DNA was extracted followed by the polymerase chain reaction (PCR under specific conditions for this polymorphism and 2% agarose gel electrophoresis. The bands were visualized with an ultraviolet light transilluminator. Genotype and allele PROGINS frequencies were compared between the two groups by the χ2 test, with the level of significance set at value p<0.05. The Odds Ratio (OR was also used, with 95% confidence intervals. RESULTS: PROGINS genotypic frequencies were 75.4% T1/T1, 22.8% T1/T2 and 1.8% T2/T2 in the Group with Preterm Delivery and 80.7% T1/T1, 19.3% T1/T2 and 0% T2/T2 in the term Delivery Group. There were no differences between

  19. Determinantes diretos do parto prematuro eletivo e os resultados neonatais Direct determinants of elective preterm birth and neonatal results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érica Rades

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: caracterizar gestantes submetidas ao parto prematuro eletivo e relacionar diagnósticos clínicos e obstétricos com os resultados neonatais. MÉTODO: foram coletados prospectivamente os dados de 100 gestantes internadas na enfermaria da Clínica Obstétrica e os seus recém-nascidos. Os critérios de inclusão foram: gestação única; idade gestacional confirmada por ultra-sonografia precoce; ausência de trabalho de parto; presença de condição materna e/ou fetal que motivasse a indicação do parto prematuro. Para relacionar a causa do parto prematuro eletivo com os resultados neonatais, classificamos as causas diretas do parto em grupos. Comparamos os grupos, considerando a idade gestacional. Para avaliar os resultados neonatais, considerou-se: acidose, Apgar no 1º e no 5º minuto (menor que 7, hemorragia intracraniana, mortalidade neonatal, sepse neonatal e síndrome do desconforto respiratório. A análise estatística utilizada para a correlação entre as causas do parto e a idade gestacional aos resultados neonatais foi realizada por modelos log-lineares. RESULTADOS: uma das pacientes foi excluída do estudo por malformação fetal. As causas diretas mais comuns do parto foram: sofrimento fetal anteparto (49,5%, síndromes hipertensivas (21,2%, restrição do crescimento fetal (13,1% e outras causas (16,2%. Entre as complicações neonatais, destacaram-se: asfixia (33,3%, acidose (30,4%, síndrome do desconforto respiratório (26,3%, sepse (22,2%, hemorragia intracraniana (21,2% e morte neonatal (13,1%. A análise por modelos log-lineares evidenciou associação entre as causas do parto e a incidência de acidose e síndrome do desconforto respiratório e a idade gestacional associou-se à síndrome do desconforto respiratório, Apgar de 1º minuto OBJECTIVE: to characterize the features of pregnant women who had elective preterm delivery, and correlate clinical and obstetrical diagnosis with neonatal results. METHOD: A

  20. Fatores associados à intensidade de dor perineal após o parto normal: estudo transversal

    OpenAIRE

    2015-01-01

    Introdução: A dor perineal é frequente no período de pós-parto, entretanto, não há um consenso entre a associação da intensidade de dor com os fatores maternos, neonatais e a assistência obstétrica recebida no trabalho de parto e parto. Objetivos: Identificar a prevalência e a intensidade de dor perineal no primeiro dia de pós-parto normal; analisar a associação entre intensidade de dor perineal e características sociodemográficas maternas, histórico obstétrico, assistência ao trabalho de par...

  1. Minilaparoscopic-assisted transvaginal approach in benign liver lesions Abordaje transvaginal asistido por minilaparoscopia en lesiones benignas del hígado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Castro-Pérez

    2010-06-01

    Full Text Available Objective: to report two benign liver lesions treatment under minilaparoscopic-assisted transvaginal approach. Patients and methods: females, 44 and 45 years old, respectively, were treated. Patient 1 showed a 1,2 cm Ø tumor located in the left liver lobe. In preoperative studies was not possible to discern the etiology, for what was decided surgical treatment. The patient 2 showed a symptomatic liver simple cyst, 8 cm Ø, located in the subsegment VI. She refused percutaneous treatment, it was recommended surgical treatment under general anesthesia. The surgical intervention offered was either the laparoscopic or the transvaginal approach, but this latter was accepted. Pneumoperitoneum with 15 mmHg was used. Two small trocars were inserted into the abdomen. The first one (5 mm Ø at the umbilical region, the second one (3 mm Ø near the lesion. One trocar 11 mm Ø, was placed in the posterior cul-de-sac. In patient 1 a large dissector was introduced adjacent to the trocar. In the patient 2, one second trocar 5 mm Ø was introduced in vagina for operative instruments. Both specimens were extracted through the vagina, protected in extractor bags. Variables studied: operating room time; analgesia required and post-operative complications. Results: the operating room times were 51 and 73 min, respectively. Only the patient with hepatic liver cyst required post-operative analgesia for pain at the right upper quadrant. Both patients were discharged before 24 hours. No postsurgical complications were found in the 6 months follow up. Conclusions: using transvaginal approach assisted with minilaparoscopy was possible to carry out surgical treatment in benign and non complex liver lesions located in outlying subsegments. It is a safe method with better aesthetic result than laparoscopic surgery. Nevertheless, will be necessary future studies that demonstrate the advantages of this approach in the hepatic lesions.Objetivo: reportar dos casos de lesiones

  2. ASSISTÊNCIA AO PARTO NORMAL NO DOMICÍLIO ATENCIÓN DEL PARTO NORMAL EN CASA CARE TO NATURAL HOME DELIVERY

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Marie Barbosa Davim

    2001-11-01

    Full Text Available Trata da experiência vivenciada por uma enfermeira obstetra com um casal grávido de seu terceiro filho. Destaca os modelos assistenciais que valorizam a mulher e o casal no processo do nascimento e parto. Descreve a assistência prestada a um casal durante o processo da gestação e parto realizado no domicílio. Ressalta que a experiência possibilitou a participação ativa do casal e filhos no processo do nascimento e parto, propiciando, fundamentalmente, satisfação à família e ao profissional.Este estudio trata de la experiencia vivida por una enfermera obstétrica con una pareja esperando su tercero hijo. Destaca los modelos asistenciales que valorizan la mujer y la pareja en el proceso del nacimiento y parto. Describe la atención prestada a una pareja durante el proceso de la gestación y parto realizado en la casa. Resalta que la experiencia hizo posible la participación activa de la pareja y de los hijos en el proceso del nacimiento y parto, propiciando fundamentalmente, satisfacción a familia y al profesional.This study presents the experience of an obstetric nurse and of a couple who had their third child. It focuses on care standards that value women and couples in the childbirth and delivery process. It describes the care given to a couple during the pregnancy stage and during home delivery. The experience enabled the active participation of the couple and their children in the childbirth process, which essencialy provided satisfaction to the family and to the professional.

  3. Mesh Exposure and Associated Risk Factors in Women Undergoing Transvaginal Prolapse Repair with Mesh

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth A. Frankman

    2013-01-01

    Full Text Available Objective. To determine frequency, rate, and risk factors associated with mesh exposure in women undergoing transvaginal prolapse repair with polypropylene mesh. Methods. Retrospective chart review was performed for all women who underwent Prolift Pelvic Floor Repair System (Gynecare, Somerville, NJ between September 2005 and September 2008. Multivariable logistic regression was performed to identify risk factors for mesh exposure. Results. 201 women underwent Prolift. Mesh exposure occurred in 12% (24/201. Median time to mesh exposure was 62 days (range: 10–372. When mesh was placed in the anterior compartment, the frequency of mesh exposure was higher than that when mesh was placed in the posterior compartment (8.7% versus 2.9%, P=0.04. Independent risk factors for mesh exposure were diabetes (AOR = 7.7, 95% CI 1.6–37.6; P=0.01 and surgeon (AOR = 7.3, 95% CI 1.9–28.6; P=0.004. Conclusion. Women with diabetes have a 7-fold increased risk for mesh exposure after transvaginal prolapse repair using Prolift. The variable rate of mesh exposure amongst surgeons may be related to technique. The anterior vaginal wall may be at higher risk of mesh exposure as compared to the posterior vaginal wall.

  4. The Effects of Simulation-based Transvaginal Ultrasound Training on Quality and Efficiency of Care

    DEFF Research Database (Denmark)

    xgz472, xgz472; Ringsted, Charlotte; Rosthøj, Susanne

    2017-01-01

    OBJECTIVE: To explore the effect of adding simulation-based transvaginal ultrasound training to trainees' clinical training compared with only clinical training on quality of and efficiency of care. BACKGROUND: Simulation-based ultrasound training may be an effective adjunct to clinical training,......, 33.5-55.1) and 19.8% (95% CI, 4.1-32.9) in the intervention and control group, respectively (P = 0.005). CONCLUSIONS: Simulation-based ultrasound training improved quality of care and reduced the need for repeated patient examination and trainee supervision.......OBJECTIVE: To explore the effect of adding simulation-based transvaginal ultrasound training to trainees' clinical training compared with only clinical training on quality of and efficiency of care. BACKGROUND: Simulation-based ultrasound training may be an effective adjunct to clinical training......, but no studies have examined its effects on quality and efficiency of care. METHODS: Trainees from 4 University Hospitals in East Denmark were included (N = 54). Participants were randomized to either simulation-based ultrasound training and clinical training (intervention group, n = 28), or to clinical training...

  5. Transvaginal mesh in repair of pelvic organs prolapse as a minimally invasive surgical procedure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Argirović Rajka

    2011-01-01

    Full Text Available Background/Aim. Prolapse of genital organs with or without urinary stress incontinention is the most often health problem in the elderly female population tending to increase with ageing. The aim of this study was to assess the perioperative complications and short-term outcomes of prolaps repair using transvaginal polypropylene mesh (Prolift system, Gynecare, Ethicon, USA. Methods. A retrospective study was conducted evaluating 96 women from September 2006 to January 2010 who undewent vaginal repair with implatation of a soft mesh manufactured by Gynecare, Ethicon, USA. Results. All the patients had a stage 3 or stage 4 prolapse according to the POP-Q system of ICS. Total mesh was used in 12 (13% patients isolated anterior mesh in 52 (54% patients and isolated posterior mesh in 32 (33% patients. We reported one intra-operative bladder injury and no other serious complications. At 3 months, all 96 patients were available for follow-up. Vaginal erosion occured in 9 (9.3% patients, shrinkage of mesh in 6 (6.2% patients and de novo urinary incontinence in 5 (5.2% patients. Failure rate was 6.25% (recurrent prolapse stage 3 or 4 even asymptomatic. Conclusion. Our study suggests that transvaginal polypropylene mesh applied with a tensionfree technique is a safe and effective method with low intraoperative complications and low morbidity rates. However, some complications are serious and require highly specialised management.

  6. Detection of congenital uterine malformation by using transvaginal three-dimensional ultrasound.

    Science.gov (United States)

    Yu, Li-Li; Zhang, Xuan; Zhang, Ting; Chen, Han-Rong; Wang, Ze-Hua

    2014-10-01

    This study assessed the clinical application of transvaginal three-dimensional ultrasound (3D TVUS) in the diagnosis of congenital uterine malformation. A retrospective study was performed on 62 patients with congenital uterine malformation confirmed hysteroscopically and/or laparoscopically. The patients were subjected to transvaginal two-dimensional ultrasound (2D TVUS) and 3D TVUS. The accuracy rate was compared between the two methods. The accuracy rate of 3D TVUS was (98.38%, 61/62), higher than that of 2D TVUS (80.65%, 50/62). 3D TVUS coronal plane imaging could demonstrate the internal shape of the endometrial cavity and the external contour of the uterine fundus. It allowed accurate measurement on the coronary plane, and could three-dimensionally show the image of cervical tube, thereby providing information for the diagnosis of some complex uterine malformation. 3D TVUS imaging can obtain comprehensive information of the uterus malformation, and it is superior to 2D TVUS for the diagnosis of congenital uterine malformations, especially complex uterine anomaly.

  7. Comparison of transvaginal ultrasonography and hysteroscopy in the diagnosis of uterine pathologies.

    Science.gov (United States)

    Babacan, Ali; Gun, Ismet; Kizilaslan, Cem; Ozden, Okan; Muhcu, Murat; Mungen, Ercument; Atay, Vedat

    2014-01-01

    A thorough evaluation of the uterine cavity is frequently required in gynecology practice. The aim of this study was to compare the diagnostic values of transvaginal ultrasound examination and hysteroscopy in detecting uterine abnormalities in a group of patients within a range of menopausal status and symptomatology. This study included 285 patients admitted with complaints of abnormal uterine bleeding, postmenopausal bleeding, lower abdominal pain, abnormal vaginal discharge or for a routine gynecological examination. All patients had available transvaginal ultrasonography and hysteroscopy data for evaluation. A biopsy was obtained from all patients during the hysteroscopy session. Sensitivity, specificity, positive predictive value, negative predictive value and likelihood ratio were calculated for both methods and compared, considering the histopathological diagnosis as the gold standard. The mean age of the patients was 49.5±12.9 years (range, 24-89 y). Majority of the patients admitted for abnormal uterine bleeding (n=198, 69.4%). For the diagnosis of polyps of any size, hysteroscopy had better sensitivity (puterine pathologies, hysteroscopy seems to offer better diagnostic value for uterine pathologies in general, and uterine polyps in particular.

  8. Role of transvaginal sonography (TVS) in the detection of endometrial hyperplasia.

    Science.gov (United States)

    Showkat, M S; Khondker, L; Nabi, S; Bhowmik, B

    2014-07-01

    Transvaginal sonography is superior to transabdominal sonography in most cases of pelvic pathology. A cross sectional study was done with forty patients to evaluate the clinical usefulness of transvaginal ultrasonography (TVS) in pre, peri and post menopausal women suspected to have endometrial hyperplasia.. The study was carried out January 2007 to November 2008 for a period of two years. The patients having endometrial hyperplasia diagnosed by TVS were correlated with histopathological diagnosis. Of total 40 cases, 18(45.0%) cases were endometrial hyperplasia and 22(55.0%) were negative for endometrial hyperplasia respectively in TVS findings. Only 2 cases were found as negative for endometrial hyperplasia in histopathology among the all suspected endometrial hyperplasia, which were diagnosed by TVS. On the other hand 17(42.5%) cases were endometrial hyperplasia and 23(57.5%) cases were negative for endometrial hyperplasia in histopathological findings. Among 22 negative for endometrial hyperplasia cases which were diagnosed by TVS, 1 case was endometrial hyperplasia and the rest 21 cases were negative for endometrial hyperplasia in histopathological findings. The validity of TVS in diagnosis of endometrial hyperplasia were studied by calculating sensitivity, specificity, accuracy, positive predictive value, which were 94%, 92%, 93%, 89% and 96% respectively. As the TVS findings of the present study correlated well with the histopathology findings and the validity test values were higher than observed by others, it can be concluded that TVS is sensitive and accurate modality in the evaluation of endometrial hyperplasia.

  9. Serial transvaginal sonographic measurement of cervical dimensions after 20 weeks of gestation in South Indian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dr. Samjhana Koirala

    2007-01-01

    Full Text Available This study was conducted with objective to assess serial changes of cervical dimensions during pregnancy from mid second trimester till delivery by transvaginal sonography. It comprises 50 healthy pregnant women who underwent serial transvaginal ultrasound every four week from 20th week of gestation till delivery. Cervical length and width were measured. The gestational age at delivery was recorded. Cervical changes were analysed using student – t test with three classifying factors; gestational age ( 23. Percentile charts were established for cervical length and width from 20th week of pregnancy till delivery. The associations between cervical dimensions and gestational age, parity and body mass index were calculated by multiple linear regression analysis. Cervical length decreased gradually from 4.05 cm from 20th week to 3.25 cm at term. The equivalent values were 2.98 cm and 3.86 cm for cervical width measurement showing opposite trend. The rate of cervical length reduction was significantly higher in preterm delivery group compared to term delivery group (0.65 mm vs. 0.37 mm per week of gestation, p 23; however this was statistically significant only in the beginning (at 20th and 24th week of gestation. Cervical length decreases gradually through out the gestation where as cervical width increases and these changes are not affected by parity. The knowledge of pattern of change in cervical length may help in early detection of preterm labour.

  10. Incontinência urinária autorreferida no pós-parto: características clínicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Biguetti Martins Lopes

    2012-06-01

    Full Text Available Este estudo transversal teve como objetivo caracterizar as manifestações de incontinência urinária autorreferida no pós-parto. Foram entrevistadas 288 mulheres atendidas em um Centro de Saúde Escola do município de São Paulo, entre janeiro e agosto de 2009. Os dados indicaram que, dentre as 71 mulheres incontinentes (24,6%, 44 destas (62% referiram incontinência urinária aos esforços, 65 (91,5% sentiam a urina escoar, 33 mulheres (46,5% apresentavam perdas por mais de uma vez na semana e 24 (33,8% acusaram perda urinária persistente no momento da entrevista. A gravidade, classificada como incontinência urinária moderada, foi constatada em 53 mulheres (74,7%. Os achados realçam a importância de investigações sobre incontinência urinária no período pós-parto, assim como sua abordagem no ensino e na assistência à mulher no período reprodutivo.

  11. Learning curve of transvaginal ultrasound for the diagnosis of endometriomas assessed by the cumulative summation test (LC-CUSUM).

    Science.gov (United States)

    Bazot, Marc; Daraï, Emile; Biau, David J; Ballester, Marcos; Dessolle, Lionel

    2011-01-01

    A specific statistical tool (the cumulative summation test for learning curve or LC-CUSUM) was used to monitor the learning curve of four trainees for the diagnosis of endometriomas by transvaginal ultrasound. A large intertrainee variability in the learning curves was found, justifying a tailored training to learn this diagnosis.

  12. A COMPARATIVE STUDY OF TRANSVAGINAL ULTRASONOGRAPHY AND PELVIC ARTERIOGRAM IN ASSESSMENT OF PATIENTS WITH GESTATIONAL TROPHOBLASTIC TUMOUR

    Institute of Scientific and Technical Information of China (English)

    向阳; 杨秀玉; 杨宁; 宋鸿钊

    1998-01-01

    Objective. To compare the reliability of transvaginal ultrasonography with pelvic arteriography in the assmssment of patients with gastational trophoblastic disease. Methods. Transvaginal ultrasonography was performed in 24 patients with gestational trophoblastic turnout. Within one week after ultrasound investigation, pelvic arteriography was carried out in each patient. Of 24 cases, 16 patients hadn''t been treated by chemical reagent, 5 had accepted ,2 to 5 courses of chemotherapy, and 3 had achieved complete remission before both investigations performed. Results. In 3 patients with comphte remission, 2 had no evidence of abnormal findings either on transvaginal uhrasonography or on pelvic arteriography, 1 showed intramyometrial lesions by both methods. In the remaining 21 patients, all demostrated a abnormal uterine image, and 5 of them accompanied with the finding of parametrinm metastatic signs by transvnginal ultrasonography; these abnormal results were confirmed by pelvlc arteriogaaphie imaging. However, in two cases without clinical and ultrasonic signs of parametrittm metastasis, pelvic arteriography indicated the early metastasis of parametrium vessels. Conclusions. Even though it is difficult to predict the early paraametrium metastasis in patients with gastatinnal trophoblastic disease by B-ultraonic investigation, our data would support the introduction of transvaginal ultrasonography in the diagnosis and evaluation of gastational trophoblastic tumour.

  13. Postpartum depression: we know the risks, can it be prevented? Depressão pós-parto: sabemos os riscos, mas podemos preveni-la?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dawn Zinga

    2005-10-01

    Full Text Available In the past 20 years, there has been increasing recognition that for some women, pregnancy may be burdened with mood problems, in particular depression, that may impact both mother and child. With identification of risk factors for postpartum depression and a growing knowledge about a biologic vulnerability for mood change following delivery, research has accumulated on attempts to prevent postpartum depression using various psychosocial, psychopharmacologic, and hormonal strategies. The majority of psychosocial and hormonal strategies have shown little effect on postpartum depression. Notwithstanding, results from preliminary trials of interpersonal therapy, cognitive-behavioural therapy, and antidepressants indicate that these strategies may be of benefit. Information on prevention of postpartum depression using dietary supplements is sparse and the available evidence is inconclusive. Although a few studies show promising results, more rigorous trials are required. The abounding negative evidence in the literature indicates that postpartum depression cannot be easily prevented, yet.Nos últimos vinte anos, houve um maior reconhecimento de que a gravidez em algumas mulheres pode ser complicada por problemas emocionais, particularmente depressão, causando um impacto significativo sobre a mãe e a criança. Com a identificação de fatores de risco para a depressão pós-parto e um aumento do conhecimento sobre a vulnerabilidade biológica para os transtornos de humor no período puerperal, um número crescente de estudos tem explorado meios de prevenir a depressão pós-parto, utilizando estratégias psicossociais, psicofarmacológicas e hormonais. A maior parte das intervenções psicossociais e hormonais tem mostrado pouco efeito para a prevenção da depressão pós-parto. Apesar disso, resultados de estudos preliminares sobre a terapia interpessoal, terapia cognitivo-comportamental e sobre o uso de antidepressivos indicam que estas interven

  14. Insulin-like growth factor and growth hormone receptor in postpartum lactating beef cows Fator de crescimento semelhante à insulina e receptor do hormônio do crescimento no pós-parto de vacas de corte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Augusto Schneider

    2010-08-01

    Full Text Available The objective of this study was to evaluate the plasma concentrations of insulin-like growth factor-I (IGF-I, and the mRNA hepatic expression of IGF-I and of the growth hormone receptors GHR and GHR 1A, in postpartum beef cows. Four Angus and four crossbred (Angus x Nelore postpartum suckled beef cows were used. Liver and blood samples were collected every 10 days, from calving to 40 days postpartum, for gene expression and for β-hydroxybutyrate and IGF-I assays, respectively. Samples for progesterone assay were collected every other day, from day 10 to 40 postpartum. Three cows ovulated before 40 days postpartum. IGF-I concentration was higher in Angus x Nelore than in Angus cows. There was no difference in the expression of GHR, GHR 1A and IGF-I according to breed or ovulatory status. IGF-I concentrations were higher in crossbred cows, but have not changed according to postpartum ovulatory status. Moreover, changes in postpartum IGF-I concentrations are not associated with changes in liver GHR, GHR 1A and IGF-I mRNA expression in either breed.O objetivo deste estudo foi avaliar as concentrações plasmáticas do fator de crescimento semelhante à insulina tipo I (IGF-I e a expressão hepática de mRNA de IGF-I e dos receptores do hormônio de crescimento GHR e GHR 1A, no pós-parto de vacas de corte. Quatro vacas Angus e quatro mestiças (Angus x Nelore lactantes foram usadas durante o período de pós-parto. As coletas de tecido hepático e de sangue foram realizadas a cada dez dias, do parto até 40 dias pós-parto, para a avaliação da expressão gênica, e análise de β-hidroxibutirato e IGF-I, respectivamente. As amostras para análise de progesterona foram coletadas a cada dois dias, dos dez aos 40 dias pós-parto. Três vacas ovularam antes dos 40 dias pós-parto. A concentração de IGF-I foi maior em vacas Angus x Nelore do que em vacas Angus. Não houve diferença na expressão hepática de GHR, GHR 1A e IGF-I de acordo com a ra

  15. Humanização da assistência ao parto no Brasil: os muitos sentidos de um movimento Humanization of childbirth care in Brazil: the numerous meanings of a movement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Simone Grilo Diniz

    2005-09-01

    Full Text Available Este texto recupera as origens do termo humanização do parto, o reconhecimento da sua assistência ao parto como evento desumanizante, a crítica técnica à assistência, o surgimento de um movimento nacional e internacional de humanização do parto, as políticas de humanização do parto desenvolvidas no Brasil, e as relações entre a crítica à assistência e a criação do movimento pela medicina baseada em evidências (MBE. Com base em um estudo de duas maternidades "humanizadas" do SUS, discute os diferentes (às vezes contraditórios sentidos do termo, e seu alcance em questionar a cultura técnico-assistencial, a anatomia, a fisiologia femininas, e as relações de gênero. Entre os diferentes sentidos estão: o uso da MBE, o respeito aos direitos (reprodutivos e sexuais, ao acesso universal e ao consumo de tecnologia, o tratamento acolhedor e respeitoso, o manejo da dor do parto e a prevenção da dor iatrogênica, novas atribuições profissionais e disputas corporativas; a relação custo-benefício etc. Longe de querer achar a "humanização certa", busca-se compreender nos diferentes sentidos um diálogo, tenso e produtivo, entre atores sociais em disputa.This paper recovers the origins of the term "humanization of childbirth", the recognition of birth care as a dehumanizing event, the technical criticism to the organization of care, the emergence of a national and international movement, and the related public policies in Brazil. It explores the relationships between the critique to maternal care and the emergence of Evidence-Based Medicine (EBM. Based on a research about "humanized maternity hospitals" in the Brazilian Public Health System, the paper explores the understanding of "humanization", describing the different (often contradictory meanings, its possibilities to change the technical culture, the understanding of women’s anatomy and physiology, and gender relations. Those meanings are: the use of EBM, respect for

  16. Analgesia epidural para el trabajo de parto en gestante con esclerosis múltiple Epidural analgesia during labour of a patient with multiple sclerosis

    OpenAIRE

    M.J. Mayorga Buiza; F. Caba Barrientos; F. Suárez Cordero; M. Echevarría Moreno

    2010-01-01

    La Esclerosis Múltiple (EM), es una enfermedad del SNC siendo 2 veces más frecuente su aparición en mujeres, el 70% de ellas en edad fértil. Desde el punto de vista anestésico nos encontramos ante una enfermedad con elevada susceptibilidad neurológica que podría agravarse tanto por la propia cirugía, la técnica anestésica como por la medicación utilizada. Por otra parte se plantea como atender la demanda de analgesia para el trabajo de parto en mujeres con EM, que es el grupo de edad con mayo...

  17. Oxígeno suplementario e incidencia de náuseas y vómitos perioperatorios en el parto cesariano bajo anestesia subaracnoidea

    OpenAIRE

    Fernanda Salomão Turazzi Pécora; Luiz Marcelo Sá Malbouisson; Marcelo Luis Abramides Torres

    2009-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Oxigênio suplementar pode reduzir a incidência de náuseas e vômitos pós-operatórios em pacientes submetidos à anestesia geral. O objetivo deste estudo foi testar a eficácia do oxigênio suplementar durante a cesariana eletiva sob anestesia subaracnoidea em diminuir a incidência de náuseas e vômitos perioperatórios. MÉTODO: Após indução de anestesia subaracnoidea padronizada, noventa e quatro parturientes submetidas ao parto operatório foram distribuídas de forma alea...

  18. Oxigênio suplementar e incidência de náuseas e vômitos perioperatórios no parto cesariano sob anestesia subaracnoidea

    OpenAIRE

    PÉCORA, Fernanda Salomão Turazzi; Malbouisson, Luiz Marcelo Sá; Torres,Marcelo Luis Abramides

    2009-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Oxigênio suplementar pode reduzir a incidência de náuseas e vômitos pós-operatórios em pacientes submetidos à anestesia geral. O objetivo deste estudo foi testar a eficácia do oxigênio suplementar durante a cesariana eletiva sob anestesia subaracnoidea em diminuir a incidência de náuseas e vômitos perioperatórios. MÉTODO: Após indução de anestesia subaracnoidea padronizada, noventa e quatro parturientes submetidas ao parto operatório foram distribuídas de forma alea...

  19. Avaliação da satisfação das puérperas nos cuidados de saúde no parto

    OpenAIRE

    Marques, Andreia Pereira Santos

    2012-01-01

    O presente trabalho propôs-se avaliar a satisfação das utentes relativamente aos cuidados de saúde prestados no parto. Esta avaliação pretendeu aferir o nível de satisfação global e a sua discriminação em relação a diferentes aspetos de funcionamento da organização geral do serviço, do atendimento e dos cuidados de saúde prestados procurando-se ainda identificar em que medida algumas variáveis sociodemográficas, obstétricas e clinicas podem influenciar positiva ou negativamente essa satisfaçã...

  20. Efetividade de duas diferentes doses de misoprostol por via vaginal para preparo cervical e indução do parto Effectiveness of two different doses of vaginal misoprostol for cervical ripening and labor induction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Porto Tedesco

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a efetividade e segurança do misoprostol, em duas diferentes dosagens (12,5 e 25 mig, administradas por via vaginal, para preparo cervical e indução do parto em gestações de termo com indicação de antecipação do parto. MÉTODO: estudo piloto de ensaio clínico controlado aleatorizado unicego, incluindo 40 gestantes tratadas com uma das duas diferentes doses de misoprostol. A variável independente foi a dose de misoprostol e as principais variáveis dependentes foram tipo de parto, tempo entre o início da indução e o parto, complicações perinatais e efeitos maternos adversos. As principais variáveis de controle foram idade materna, idade gestacional, escolaridade, paridade, cor e estado do colo uterino no início da indução. Na análise dos dados foram utilizados os testes t de Student, chi2, exato de Fisher, Wilcoxon, Kolmogorov-Smirnof e análise de sobrevivência. RESULTADOS: os grupos utilizando 12,5 e 25 mig mostraram-se similiares e não apresentaram diferenças significativas no tempo de início de atividade uterina (20,9 ± 20,4 e 16,6 ± 9,8 h respectivamente, tempo entre o início da atividade uterina até o parto (7,8 ± 3,4 e 6,9 ± 5,0 h, parto vaginal (65 e 80% e efeitos indesejados maternos e perinatais (índice de Apgar e síndrome de hiperestimulação uterina similares. CONCLUSÃO: a maior proporção de partos vaginais e menor tempo para o parto com a dose de 25 mig, embora não significativas, não permitem recomendar a utilização de doses de 12,5 mig como mais vantajosa para o preparo cervical e indução do parto.PURPOSE: to compare the effectiveness and safety of two different doses of misoprostol (12.5 mug and 25 mug administered vaginally for cervical ripening and labor induction in term pregnancies with an indication for interruption. METHODS: this was a pilot randomized controlled single blinded trial, including 40 pregnant women treated with one of the two different doses of

  1. Pain during the labor active phase: the effect of walking El dolor durante la fase activa del trabajo de parto: el efecto de deambulación A dor durante o trabalho de parto: o efeito da deambulação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Villela Mamede

    2007-12-01

    intervenção do tipo quase experimental. Fizeram parte do estudo 80 parturiente primíparas, em trabalho de parto espontâneo, com idade gestacional de 37 a 42 semanas , no início da fase ativa do trabalho de parto. ANÁLISE DOS DADOS: Coeficiente de Correlação de Spearman. RESULTADOS: as participantes percorreram uma distância média de 1624metros, 63,09% da fase ativa do trabalho de parto e em um tempo médio de 5 horas. Quanto aos escores de dor, verificou-se que a pontuação dos mesmos aumentou à medida que a dilatação cervical avançava. Foi encontrada uma correlação positiva apenas aos 5 cm de dilatação, ou seja, quanto maior os trajetos percorridos maiores foram os escores de dor pontuados pelas parturientes.

  2. Efeito da música no trabalho de parto e no recém-nascido Efecto de la musica en el trabajo de parto y en el recién nacido Effect of the music in labor and newborn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Sotilo Tabarro

    2010-06-01

    Full Text Available A música tem sido aplicada para o equilíbrio de energias alteradas pelo stress do mundo moderno. Este estudo objetivou verificar o efeito da música no trabalho de parto e no recém-nascido, quando submetido às mesmas melodias ouvidas por suas mães na gestação. Gestantes, usuárias de Unidades Básicas de Saúde, foram submetidas a sessões de sensibilização musical a partir do quinto mês de gestação. Durante o trabalho de parto, a parturiente foi submetida às melodias selecionadas por ela, com interrupções de 30 minutos a cada duas horas. Os dados foram coletados em três entrevistas realizadas após o parto, em diferentes momentos, e o discurso obtido foi analisado qualitativamente. Constatou-se, pelo conteúdo das falas, que a música minimizou os desconfortos do trabalho de parto e facilitou a adaptação do bebê nos primeiros meses de vida.La música ha sido aplicada para el equilibrio de las energías alteradas por el estrés del mundo moderno. Este estudio tuvo por objetivo verificar el efecto de la música en el trabajo de parto y en el recién nacido cuando es expuesto a las mismas melodías oídas por sus madres durante el embarazo. Mujeres embarazadas atendidas en Unidades Básicas de Salud fueron expuestas a períodos de sensibilización musical a partir del quinto mes de embarazo. Durante el trabajo de parto, la parturienta escuchó las melodías elegidas por ella misma, con interrupciones de 30 minutos cada dos horas. Los datos fueron recolectados en tres entrevistas realizadas en diferentes momentos; las respuestas obtenidas fueron analizadas cualitativamente. Los autores constataron en las respuestas a las entrevistas que la música minimizó las incomodidades del trabajo de parto y facilitó la adaptación del bebé en sus primeros meses de vida.Music has been applied for balancing energies that have been disturbed by the stress of modern life. The objective of the present study was to verify the effect of music

  3. Ultra-sonografia transvaginal com dopplervelocimetria no estudo do volume, da espessura do estroma e da vascularização dos ovários na síndrome dos ovários policísticos

    OpenAIRE

    Marcelo Afonso Gonçalves

    2007-01-01

    INTRODUÇÃO - A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma das mais controversas entidades da endocrinologia ginecológica. Após o simpósio de Rotterdam, em 2003, ficou evidente a importância da morfologia ovariana para o diagnóstico e para a composição dos fenótipos. A ultra-sonografia transvaginal com dopplervelocimetria pode ajudar a analisar as variáveis implicadas na vascularização e a monitorar os ovários. OBJETIVO - Avaliar o volume, a espessura do estroma e a vascularização dos ovári...

  4. Role of transvaginal contrast-enhanced ultrasound in the early diagnosis of endometrial carcinoma

    Institute of Scientific and Technical Information of China (English)

    LIU Ying; TIAN Jia-wei; XU Yi; CHENG Wen

    2012-01-01

    Background Endometrial carcinoma is one of the most common gynecological malignancies among women.Early diagnosis and correct preoperative evaluation of myometrial invasion are necessary to improve the prognosis.This study aimed to determine whether features and time-intensity curves (TIC) of transvaginal contrast-enhanced ultrasound (CEUS) differ from those of conventional ultrasound for endometrial carcinoma,and to further explore the clinical role of transvaginal CEUS in the early diagnosis of endometrial carcinoma.Methods Forty women with a normal uterus and seventy-nine patients with endometrial carcinoma were examinedby the transvaginal CEUS with SonoVue (Bracco,Imaging B.V,Switzerland).The enhancement patterns and TIC of lesions were analyzed.The results of CEUS were compared with those of conventional ultrasound and pathology.Results In the early and late enhanced stages,the intensity of enhancement of the normal endometrium was always lower than that in the myometrium,and the boundary between normal endometrium and myometrium was clear.A total of 65.8% (52/79) of lesions presented with inhomogeneous enhancement,34.2% (27/79) presented with homogeneous enhancement; 60.8% (48/79) presented with hyperechoic enhancement,27.8% (22/79) presented with isoechoic enhancement,and 11.4% (9/79) presented with hypoechoic enhancement.The average arrival time,time to peak,rise time,half-wash out time of lesions were shorter than of normal endometrium (P <0.05).The average peak intensity,relative rise in intensity,half-wash out intensity of lesions were higher than of normal endometrium (P<0.05).There were 49 (must be and may be present) cases of endometrial carcinoma by ultrasound (US); 24 cases were consistent with pathology results,16 cases were underestimated and 9 cases were overestimated.There were 72 (must be and may be present) cases of endometrial carcinoma by CEUS; 53 cases were consistent with pathology results,12 cases were underestimated and 7

  5. Diagnostic value of endometrial thickness determined by transvaginal sonography in infertile women with endometrial polyps

    Institute of Scientific and Technical Information of China (English)

    SONG Yong; SHEN Li-cong; HUANG Wei; LEI Hai-ke; WANG Qiu-shi; ZHU Hui-li

    2012-01-01

    Background Endometrial polyps (EPs) occur in approximately 34.9% of infertile women.Transvaginal sonography (TVS) is a routine,non-invasive component of fertility evaluation.Most ultrasonographic studies of EPs have focused on abnormal uterine bleeding; few have assessed EPs in infertile women.Furthermore,no studies have explored endometrial thickness and its correlation with EPs in infertile women.This study aimed to assess transvaginal sonographic assessment of endometrial thickness and its value in diagnosis and prediction of EPs in infertile women.Methods A retrospective study on 314 infertile women was conducted from June to December 2010.After TVS,endometrial biopsies were obtained by hysteroscopy.Pathologically confirmed EPs were taken as the gold standard.Results Based on recognized criteria,TVS had a sensitivity of 37.04%,specificity of 98.71%,positive predictive value of 90.91%,negative predictive value of 81.85%,and accuracy of 82.80% for diagnosing EPs.Mean endometrial thickness was significantly different in patients with and without EPs (P=0.0001).In women in the mid and late-proliferative phase,the endometrial thickness was significantly greater in those with EPs than in those without them (P=0.0001 and 0.024).Receiver operating characteristic analysis showed that endometrial thickness had a sensitivity of 85.2% and specificity of 38% in the diagnosis of EPs,the area under the curve being 0.64.In the mid-proliferative phase,sensitivity was up to 90.9%,the area under the curve being 0.70.Conclusions rvs is poor at detecting EPs in infertile women; however,transvaginal sonographic measurement of endometrial thickness is helpful.It is suggested that the diagnostic value of TVS for EPs in infertile women could be improved by adding the measurement of endometrial thickness to the variables that are routinely assessed.

  6. Aplicação das ações preconizadas pelo Ministério da Saúde para o parto humanizado em um hospital de Santa Catarina Application of Ministry of Health guidelines for humane childbirth in a hospital in Santa Catarina, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Elias dos Reis

    2005-12-01

    Full Text Available A mudança do cenário domiciliar do nascimento para o hospitalar fez emergir nova cultura de atendimento à mulher parturiente, provocando desvalorização do potencial do cuidado humano, em suas características culturais e afetivas, e gerando desconforto e até agravos à saúde da mulher e do seu recém-nascido.Tendo em vista essa realidade, o Ministério da Saúde criou diretrizes para orientar as ações das equipes de saúde no processo de parir. O foco deste estudo foi analisar, de forma qualitativa, a aplicação dessas ações preconizadas em um centro obstétrico de um hospital do Estado de Santa Catarina. Participaram como sujeitos do estudo onze parturientes e seus recém-nascidos e acompanhantes e os profissionais da equipe de saúde que atenderam essas mulheres. A análise dos dados, levantados por observação participante, entrevista e análise documental, mostrou limitações da equipe de saúde para incorporar as referidas diretrizes no cotidiano da assistência, bem como das gestantes e acompanhantes em estimular essa prática, especialmente pelo desconhecimento que têm de seus direitos. Isto reforça a importância dessas diretrizes serem trabalhadas no pré-natal junto às gestantes e seus familiares.The change in the scenary from home birth to the hospital has created another culture in the care and attendance for woman in labor, leading to a depreciation of the potencial of the human care, in your cultural and affective characteristics and generating discomfort and even aggravating the woman’s health and her infant. Looking upon this reality, the Health Departament created gruidelines to help the actions of health teams in the process of birth. The focus of this study was to analyze, in a qualitative way, the application of those actions in a obstetric center of a hospital in the State of Santa Catarina. This research had as participants eleven women in labor, their infants and their companions and the health

  7. Possibilidades de inserção do acompanhante no parto nas instituições públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odaléa Maria Brüggemann

    Full Text Available Resumo Pesquisa qualitativa, exploratório-descritiva, realizada de setembro de 2011 a fevereiro de 2012, com objetivo de desvelar as possibilidades de inserção do acompanhante no parto em instituições que restringem sua presença. Entrevistou-se 12 enfermeiros responsáveis pelo centro obstétrico e cinco diretores técnicos de instituições de saúde de Santa Catarina que não permitiam ou permitiam às vezes a presença do acompanhante. Os dados foram avaliados pela Análise de Conteúdo de Bardin, com auxílio do programa ATLAS.ti. As possibilidades de inserção do acompanhante estão expressas em três categorias: I – Processo de trabalho; II – Receptividade dos profissionais ao acompanhante; e, III – Empoderamento dos usuários. Embora limitem a presença do acompanhante, as instituições descrevem aspectos que favorecem a sua inclusão. Sugere-se, a partir dos resultados apresentados, que tais elementos facilitadores sejam fortalecidos, por meio de estratégias de gestão, educação permanente e ações intersetoriais.

  8. Depressão pós-parto: considerações teóricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Penha de Lima Coutinho

    2014-04-01

    Full Text Available Este artigo apresenta algumas considerações teóricas acerca da depressão pós-parto, de modo a permitir a visibilidade dos profissionais da saúde, notadamente dos psicólogos, para o sofrimento psíquico que alcança as mulheres durante sua fase reprodutiva. Para entender a depressão na etapa puerperal, inicialmente foi enfocado o sofrimento psíquico, enquanto mal-estar moderno, um transtorno reativo amplamente identificado em vários perfis humanos. Em seguida, a depressão feminina foi analisada após o nascimento de um bebê, incluindo seus principais sintomas e fatores associados, a indicação da sua prevalência, além dos instrumentos para o diagnóstico deste transtorno psicoafetivo. Por fim, tratou-se das repercussões da dor psíquica na vida familiar e da importância do conhecimento dos profissionais da saúde acerca da temática abordada para além do olhar biologizante.

  9. Acute pulmonary edema caused by takotsubo cardiomyopathy in a pregnant woman undergoing transvaginal cervical cerclage

    Science.gov (United States)

    Lee, Jae-Young; Kwon, Hyun-Jung; Park, Sang-Wook; Lee, Yu-Mi

    2017-01-01

    Abstract Background: The physiological changes associated with pregnancy may predispose pregnant women to pulmonary edema. Other known causes of pulmonary edema during pregnancy include tocolytic drugs, preeclampsia, eclampsia, and peripartum cardiomyopathy. Methods: We describe a rare case of pulmonary edema caused by takotsubo cardiomyopathy in a pregnant woman at 14 weeks of gestation who was undergoing emergency transvaginal cervical cerclage. Results: Intraoperative chest radiography revealed severe pulmonary edema and echocardiography indicated moderate left ventricular dysfunction with akinesia of the mid to apical left ventricular wall segment, which is reflective of takotsubo cardiomyopathy. Conclusion: With early detection and appropriate management, the patient was stabilized in a relatively short period of time. Based on her clinical signs and symptoms, we suspect that the pulmonary edema was caused by takotsubo cardiomyopathy. PMID:28072695

  10. High-throughput fiber-array transvaginal ultrasound/photoacoustic probe for ovarian cancer imaging

    Science.gov (United States)

    Salehi, Hassan S.; Kumavor, Patrick D.; Alqasemi, Umar; Li, Hai; Wang, Tianheng; Zhu, Quing

    2014-03-01

    A high-throughput ultrasound/photoacoustic probe for delivering high contrast and signal-to-noise ratio images was designed, constructed, and tested. The probe consists of a transvaginal ultrasound array integrated with four 1mm-core optical fibers and a sheath. The sheath encases transducer and is lined with highly reflecting aluminum for high intensity light output and uniformity while at the same time remaining below the maximum permissible exposure (MPE) recommended by the American National Standards Institute (ANSI). The probe design was optimized by simulating the light fluence distribution in Zemax. The performance of the probe was evaluated by experimental measurements of the fluence and real-time imaging of polyethylene-tubing filled with blood. These results suggest that our probe has great potential for in vivo imaging and characterization of ovarian cancer.

  11. Off ice Hysteroscopy in Patients with Abnormal Uterine Bleeding and Normal Transvaginal Sonography

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mojgan Barati

    2008-01-01

    Full Text Available Background: Abnormal uterine bleeding (AUB is one of the most common clinical problemsin gynecology. Transvaginal sonography (TVS and hysteroscopy are two diagnostic methods forpatients with AUB. For most of the patients with AUB, diagnostic hysteroscopy can be done inclinic with minimal discomfort and much lower expense than operative room.Materials and Methods: In our clinical trial study, from March 21, 2005 to March 20, 2007,patients with AUB in Ahwaz Imam Khomayni hospital, after history and physical examinationsunderwent TVS. Of those, 147 patients with normal TVS entered the study and were considered foroutpatient hysteroscopy. Patients with endometrial cavity lesion were scheduled for operation room,and those with empty endometrial cavity aspiration biopsy were done outpatiently. Specimens weresent to pathologist for examination.Results: All the patients were divided into three groups: group 1 or minority was under 30 yearsold (7 women, group 2 was 30-40 years, and group 3 or majority was over 40 years old (96women. 115 patients (78.2% had normal and 32 patients (21.8% had abnormal hysteroscopicresults. 116 patients (78.8% had normal and 31 patients (21.2% had abnormal pathologic results;moreover, cervical canal polyp was the most common lesion hysteroscopically and pathologicallyin all groups.Conclusion: Of 147 patients (100% with AUB and normal TVS, 32 patients (21.8% wereabnormal hysteroscopically. Cervical canal polyps may be missed by transvaginal sonography, butcan be diagnosed by hysteroscopy. In patients with AUB and normal TVS, hysteroscopy can beused as the second step.

  12. Office hysteroscopy, transvaginal ultrasound and endometrial histology: a comparison in infertile patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Devleta Balić

    2011-05-01

    Full Text Available Objective. To evaluate accuracy of transvaginal sonography (TVS and hysteroscopy in detection of intrauterine pathology in infertile women. Subjects and methods. This retrospective study was conducted in 56 infertile women with abnormal transvaginal ultrasound findings of the uterine cavity which was performed during the midfollicular phase as a part of routine infertility workup. Hysteroscopy was performed between 6th and 10th day of cycle. Results. The mean age of the subjects was 31.9±4.0. The most frequent ultrasound finding was endometrial polyp in 34 (60.7% patients, septate uterus in 8 (14.3% patients, submucosal myoma in 7 (12.5% patients, endometrial hyperplasia in 5 (8.9% patients and Syndroma Ascherman in 2 (3.6% patients. Hysteroscopy confirmed 20 (35.7% polyps, the same number of myomas, septate uterus and Syndroma Ascherman as detected by ultrasound, (7 (12.5%, 8 (14.3% and 2 (3.6%, respectively and 19 (33.9% endometrial hyperplasia. In 46 women with histological excamination, the sensitivity of TVS and hysteroscopy in the diagnosis of endometrial polyps were identical - 100%, while the specificity was higher in hysteroscopy than in TVS (92.3% versus 56.4%, p<0.001. The sensitivity of TVS in the diagnosis of endometrial hyperplasia was higher than that of hysteroscopy (86.4% versus 22.7%, p<0.001, while specificity was identical, of 100%. Accordance between hysteroscopy and histology was good (k=0.79, between ultrasound and histology was moderete (k=0.59. Conclusion. Hysteroscopy appeared to be more reliable in diagnosis than TVS. The use of a high frequency ultrasound probe leads us to a lack of diagnostic clarity between endometrial polyps and hyperplasia.

  13. Influencia del contacto precoz, nacionalidad, tipo de parto y prematuridad en la lactancia materna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Belén Laviña Castan

    2015-01-01

    Full Text Available Conocer si en el HUMS existe asociación entre lactancia materna y nacionalidad, prematuridad, tipo de parto, contacto precoz piel con piel. Estudio de cohortes, en una muestra de 541 puérperas del HUMS en octubre-noviembre 2011. Las variables: nacionalidad, tipo de parto, contacto precoz, parto prematuro e inicio lactancia materna se recogieron antes del alta hospitalaria mediante cuestionario. A los dos meses postparto se contactó telefónicamente con las madres para conocer el tipo de lactancia en ese momento. El 70,32 % iniciaron la lactancia materna en las dos primeras horas postparto y el 55,58% daban Lactancia materna exclusiva (LME a los dos meses. Influyen en la lactancia materna el tipo de parto, contacto precoz y parto prematuro. La probabilidad de lactancia materna es 3,65 veces más alta si se ha realizado contacto precoz (RR 3,65; IC 95% 2,72-4,88; p=0,001. El inicio de lactancia materna en las 2 primeras horas y la nacionalidad española influye positivamente en la LME a los 2 meses. Las prácticas hospitalarias en el postparto deben promover el contacto precoz madre-recién nacido y el inicio de lactancia materna en las dos primeras horas, principalmente en las cesáreas.

  14. Tiempo y despedida: substancias de la humanización del parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia de Ambrosis Pinheiro MACHADO

    2010-12-01

    Full Text Available Parto y nacimiento son experiencias muy intensas y poderosas para toda la familia e implican en cambios en la forma como las personas se ven y como ven al otro, así como en la forma como la experiencia e recodada y contada. Para la autora, humanizar el parto es hacerlo parte de una historia, punto transitivo. Entendemos historia como el proceso de integración y articulación de las experiencias Time and parting: substances of childbirth humanization1 Tempo e Despedida: Substâncias da Humanização do Parto Tiempo y despedida: substancias de la humanización del parto REFLEXÕES SOBRE HUMANIZAÇÃO E A REALIDADE DOS SERVIÇOS REFLECTIONS ON HUMANIZATION AND THE REALITY OF HEALTH SERVICES REFLEXIONES SOBRE LA HUMANIZACIÓN Y LA REALIDAD DE LOS SERVICIOS 68 // Rev Tempus Actas Saúde Col (personales, de la pareja, familiares y culturales, para construir una identidad propia de ser padre y de ser madre, y para construir un sentido personal de maternidad y paternidad. No hay historia sin tiempo. En ese sentido humanizar significa incluir el tiempo. Incluirlo es también reconocer el limite humano, su condición: ser humano es ser limitado, finito en el tiempo, mortal. Es sobre estos dos pilares – el tempo y la muerte (despedida- que este artigo busca fundamentar la humanización del parto.

  15. A responsabilidade profissional na assistência ao parto: discursos de enfermeiras obstétricas La responsabilidad profesional en la atención al parto: discursos de enfermeras obstétricas Professional responsibility in assisting delivery: discourses from obstetrics nurses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Ries Winck

    2012-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo qualitativo, de natureza exploratória, que objetivou identificar o conhecimento das enfermeiras obstétricas em relação à responsabilidade profissional na assistência ao parto. Foram entrevistadas 11 enfermeiras que atuavam na assistência ao parto em hospitais e/ou domicílio no estado de Santa Catarina, entre março e agosto de 2009. Após análise pelo Discurso do Sujeito Coletivo, emergiram Ideias Centrais que contemplam os temas sobre as relações das enfermeiras obstétricas com os médicos e a instituição; a responsabilização profissional e as repercussões morais e legais do erro. Verificou-se que as enfermeiras conhecem pouco a respeito das repercussões legais do erro. Ao assumir a assistência ao parto, devem dedicar total atenção aos limites da competência e à prevenção de erros previsíveis, tendo em mente que assumirão também a responsabilização por suas falhas. A atualização sobre responsabilidade legal é tão importante quanto a científica e pode contribuir para a autoconfiança profissional.Investigación cualitativa, exploratoria, que tuvo como objetivo identificar el conocimiento de las enfermeras obstétricas en relación a la responsabilidad profesional en la atención al parto. Se entrevistaron once enfermeras que trabajaban en la atención al parto en hospitales y/u hogares, en Santa Catarina, entre marzo y agosto de 2009. A partir del análisis de Discurso del Sujeto Colectivo, surgieron las ideas centrales que abordan los siguientes temas: las relaciones de las enfermeras obstétricas con los médicos y la institución; la responsabilidad profesional y las implicaciones morales y jurídicas del error. Se encontró que las enfermeras saben poco acerca de las consecuencias jurídicas del error. Al atender el parto, deben prestar plena atención a los límites de la competencia y prevención de errores previsibles, teniendo en cuenta que también deberán asumir la

  16. As mulheres e os receios vivenciados em suas trajetórias obstétricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Dores do Vale Oba

    1996-12-01

    Full Text Available A assistência ao parto constitui ainda hoje um ponto crítico do atendimento obstétrico, acarretando conseqüências negativas para mulher e criança. O presente estudo procurou buscar a percepção das usuárias numa Unidade Básica de Saúde de Ribeirão Preto, sobre assistência ao parto, através da abordagem qualitativa. Foram entrevistadas 21 gestantes de 14 a 34 anos, em julho de 1995. As manifestações dos receios em decorrência do parto apresentaram-se nas diferentes formas de medo: da morte; do sofrimento do parto; de acontecer algo com o bebê; de não ser bem atendida; do tipo de parto; do hospital, de ser atendida por outro médico com o qual não realizou o pré-natal; de não ter convênio médico; de não saber em qual hospital terá o filho.

  17. Depressão pós-parto: fatores de risco e repercussões no desenvolvimento infantil Post-partum depression: risk factors and repercussions in infant development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eluisa Bordin Schmidt

    2005-06-01

    Full Text Available A depressão pós-parto é uma condição que afeta 10% a 15% das mulheres no pós-parto. Este quadro tem seu início em algum momento durante o primeiro ano do pós-parto, havendo maior incidência entre a quarta e oitava semana após o parto. Geralmente se manifesta por um conjunto de sintomas como irritabilidade, choro freqüente, sentimentos de desamparo e desesperança, falta de energia e motivação, desinteresse sexual, transtornos alimentares e do sono, ansiedade, sentimentos de incapacidade de lidar com novas solicitações. O objetivo deste artigo é apresentar uma revisão bibliográfica acerca da depressão pós-parto. São abordados aspectos conceituais, epidemiológicos, fatores de risco associados a sua ocorrência e algumas repercussões da depressão pós-parto na relação materno-infantil e no desenvolvimento da criança. O conhecimento destes aspectos reveste-se de grande importância considerando as conseqüências prejudiciais às mães bem como ao desenvolvimento cognitivo, social e emocional de suas crianças.The post-partum depression is a condition that affects 10 to 15% of the women in the post-partum period. These symptoms begin at some moment during the first year after delivery, occurring more frequently between the fourth and eighth week after parturition. It is generally expressed through a complexity of symptoms where there is a presence of irritability, frequent crying, feelings of abandonment and hopelessness, lack of energy and motivation, lack of sexual interest, disturbances in sleep and eating patterns, anxiety, and feelings of not being able to cope with new demands. The objective of this paper is to present a bibliographical revision regarding the post-partum depression. Conceptual and epidemiological aspects, risk factors associated with their occurrence as well as a few repercussions of the post-partum depression in the mother-child relation, and the development of the infant will be broached. The

  18. Influência do tipo de parto sobre a concentração de imunoglobulinas A, G e M no colostro materno Influence of type of delivery on A, G and M immunoglobulin concentration in maternal colostrum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel A. J. Striker

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a influência do tipo de parto sobre a concentração das imunoglobulinas (Ig A, G e M no colostro materno. MÉTODOS: Foram selecionadas 82 puérperas com idade cronológica entre 21 e 41 anos, idade gestacional de 37 ou mais semanas, paridade até IV gesta, bom estado nutricional e sem patologias associadas durante a gestação e o puerpério. Foram também critérios de inclusão para os recém-nascidos: peso > 2.500 g, escore de Apgar > 7 no primeiro minuto e aleitamento materno exclusivo durante o período da internação. As puérperas foram divididas em três grupos: A - parto vaginal; B - cesárea precedida de trabalho de parto; e C - cesárea eletiva. O colostro foi colhido manualmente entre 48 e 72 horas pós-parto. IgA, IgG e IgM foram dosadas pela técnica de ELISA RESULTADOS: Não se observou diferença significativa entre os tempos de coleta do colostro nos três grupos maternos estudados. Quanto menor o tempo de coleta, maior foi a concentração de IgA no colostro materno; quanto menor a paridade, maior foi a concentração de IgA e IgM no colostro materno. O grupo de puérperas submetidas a cesárea precedida de trabalho de parto apresentou concentração mais elevada de IgA no colostro do que o grupo de puérperas que havia dado à luz por parto normal. A concentração de IgM e IgG no colostro materno não foi influenciada pelo tipo de parto. CONCLUSÃO: A ocorrência do trabalho de parto, somada ao estresse cirúrgico, induz a uma concentração mais elevada de IgA no colostro materno na puérpera submetida a cesárea precedida de trabalho de parto.OBJECTIVE: To investigate the association between type of delivery and immunoglobulin concentration in maternal colostrum. METHODS: We studied 82 women who were giving birth. Age was between 21 and 41 years, gestational age was 37 or more weeks and parity up to IV pregnancies. The women were in good nutritional condition and did not have any pregnancy or

  19. Indução do Parto com Misoprostol: Comparação entre duas Doses Labor Induction with Misoprostol: Comparison of Two Dose Regimens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dimas Augusto Carvalho de Araújo

    1999-10-01

    Full Text Available Objetivo: comparar a eficácia e segurança entre duas doses de misoprostol administradas por via vaginal para amadurecimento cervical e indução do parto. Pacientes e Métodos: sessenta e uma pacientes com indicação médica para indução do parto e colo desfavorável foram incluídas neste estudo. Vinte e oito pacientes receberam 25 µg e trinta e três 50 µg de misoprostol, a intervalos de 4 horas, até um período máximo de 24 horas. Resultados: a rotura prematura de membranas, gestação prolongada e doença hipertensiva específica da gestação foram as principais indicações para a indução do parto. O intervalo de tempo, em minutos, entre inserção do misoprostol até o parto vaginal foi similar nos grupos de 25 µg (416,3 ± 148,1 e 50 µg (425 ± 135,9. A porcentagem de parto vaginal foi de 82,2% e 81,9% nos grupos de 25 e 50 µg, respectivamente. Não houve diferença significativa entre os grupos no que se refere a complicações maternas e fetais. Conclusões: a administração de misoprostol por via vaginal mostrou-se um método eficiente e seguro para o amadurecimento cervical e indução do parto. A dose de 25 µg mostrou ter eficácia e segurança comparável à de 50 µg.Purpose: to compare the efficacy and safety between two doses of intravaginal misoprostol for cervical ripening and induction of labor. Patients and Methods: sixty-one patients with medical indication for induction of labor and unfavorable cervix were included in this study. Twenty-eight of them received 25 µg and thirty-three 50 µg misoprostol, every four hours until delivery. Results: premature rupture of membranes, prolonged gestation and preeclampsia were the main indications for labor induction. The time interval, in minutes, from insertion of misoprostol until delivery was similar for the 25 µg (416.3 ± 148.1 and 50 µg (425.0 ± 135.9 groups. The percentage of vaginal delivery was 82.2% and 81.9% in the groups of 25µg and 50 µg

  20. Creencias y costumbres relacionadas con el embarazo, parto y puerperio en comunidades nativas Awajun y Wampis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armando Medina I

    2006-01-01

    Full Text Available Objetivo: Nuestro país, por su riqueza cultural, presenta diversas concepciones en torno al embarazo, parto y puerperio. Las costumbres y los procesos de embarazo, parto y puerperio, de la mujer Awajun (Aguaruna o Wampis (Huambisa, en el contexto cultural de las comunidades indígenas, son revisadas en el presente estudio. Materiales y métodos: Estudio etnográfico descriptivo, cualitativo, realizado durante octubre de 2002 a abril de 2003, aplicándose 24 entrevistas a profundidad (a parteras, promotores de salud y usuarias, en las comunidades de Puerto Galilea y Chapiza, además de tres grupos focales. Dichas entrevistas se analizaron en función de cinco aspectos, relacionados con señales, peligros, dietas y cuidados durante el embarazo, parto y puerperio. Resultados: Los pobladores reconocen algunas señales de peligro en el embarazo, como el sangrado vaginal y pérdida de líquido amniótico. Los cuidados durante el embarazo se relacionan con las actividades diarias y la ingesta de alimentos (dietas. Existen algunos elementos que dificultan el parto y nacimiento, como el sentimiento de vergüenza para llamar al promotor. Logrado el parto, debe mantenerse los cuidados para la recuperación de la madre, y un adecuado desarrollo del recién nacido. Conclusiones: Las concepciones y percepciones del embarazo, parto y puerperio en comunidades nativas, norman el comportamiento de sus pobladores, repercutiendo esto en la salud materna e infantil. Es necesario comprender esta cultura y capacitar agentes de medicina tradicional, implementando estrategias en promoción de la salud y atención de la gestante, fortaleciendo las capacidades institucionales e incrementando la cobertura.

  1. Práticas de enfermeiras para promoção da dignificação, participação e autonomia de mulheres no parto normal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Lorena Santos Silva

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivou-se conhecer as práticas de cuidado utilizadas por enfermeiras implicadas nos processos autonomia, dignificação e participação de mulheres durante o parto normal. Pesquisa qualitativa, de caráter exploratório descritivo, desenvolvida com 30 mulheres que tiveram o parto realizado em um Centro de Parto Normal de Salvador - BA. Para subsidiar a análise foi utilizado o conceito de autonomia. As práticas dignificantes foram: o acolhimento; a promoção da presença de acompanhante, bem como, de ambiente adequado para o cuidado; e a transmissão de calma e segurança às mulheres. Para o processo de autonomia destacaram-se a promoção de relações pessoais livres de coerção; e a facilitação no acesso às informações; não deixando de estimular a participação ativa das mesmas. Embora no Centro tenha havido um avanço na busca pela promoção da autonomia e participação das mulheres atendidas, necessita ainda de mais ações para atingir plenamente esse objetivo.

  2. Effects on mother and fetus of epidural and combined spinal-epidural techniques for labor analgesia Efeitos maternos e fetais da analgesia de parto pelas técnicas peridural e duplo bloqueio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giane Nakamura

    2009-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Epidural (EA and combined spinal-epidural (CSE techniques have both been utilized for labor analgesia. This study compared the effects on the mother and newborn of these techniques in labor analgesia and anesthesia. METHODS: Forty pregnant women received epidural analgesia with 15 mL of 0.125% ropivacaine (EA group and 5 µg of sufentanil plus 2.5mg bupivacaine in the subarachnoid space (CSE group. Pain intensity, sensory blockade level, latency time, motor block intensity, labor analgesia duration, epidural analgesia duration, maternal hypotension, and pruritus were evaluated. The newborns were evaluated by Apgar and the neurological and adaptive capacity score (NACS developed by Amiel-Tison. RESULTS: There were no significant statistical differences between groups for pain scores, latency time, sensory blockade level, and Apgar score. Motor block, labor analgesia duration, and epidural analgesia duration were greater in the CSE group, whose seven mothers had mild pruritus. The NACS were greater in the EA group after half, two, and 24 hours. Ninety five percent of EA group newborns and 60% of CSE group newborns were found to be neurologically healthy at the 24 hour examination. CONCLUSION: EA and CSE analgesia relieved maternal pain during obstetric analgesia, but CSE mothers had pruritus and a longer labor. Newborns of mothers who received epidural analgesia showed the best NACS.OBJETIVO: A peridural (AP e a técnica de duplo bloqueio (DB são utilizadas em analgesia para o trabalho de parto. Este estudo comparou os efeitos na mãe e no feto de ambas as técnicas em analgesia e anestesia para o parto. MÉTODOS: Quarenta parturientes ASA I e II receberam por via peridural 15 ml de ropivacaína a 0,125% (grupo AP e 5 µg de sufentanil com 2,5 mg bupivacaína por via subaracnóidea (grupo DB. Foram avaliados: intensidade de dor, altura do bloqueio sensitivo, tempo de latência, bloqueio motor, duração da analgesia de parto, tempo

  3. Prevención del parto pretérmino con pesario cervical en gestaciones gemelares

    OpenAIRE

    Esparza Martín, Miriam

    2016-01-01

    Programa de doctorado: Patología, Reproducción humana, factores psicológicos y el proceso de enfermar. Área de obstetricia y ginecología. La fecha de publicación es la fecha de lectura. [ES]OBJETIVOS:Determinar la eficacia del pesario cervical en la prevención del parto pretérmino en gestaciones gemelares. Además se analizaron los factores de riesgo asociados con el parto pretérmino y los resultados perinatales en ambos grupos. MATERIAL Y MÉTODOS : Estudio aleatorizado prospectivo y obser...

  4. O discurso e a prática do parto humanizado de adolescentes

    OpenAIRE

    Renata Cunha da Silva; Marilu Correa Soares; Vanda Maria da Rosa Jardim; Nalú Pereira da Costa Kerber; Sonia Maria Könzgen Meincke

    2013-01-01

    Este estudio descriptivo objetivó conocer las prácticas de atención al parto desarrolladas por los profesionales de salud en el cuidado de la mujer adolescente. Los datos fueron extraídos del banco de datos de la investigación “Atención humanizada al Parto de Adolescentes” referente al Municipio de Pelotas-RS, por medio de entrevistas semiestructuradas en el período de noviembre de 2008 a octubre de 2009. La población meta se constituyó de los profesionales de salud actuantes en el Centro Obs...

  5. La exploración vaginal durante la asistencia al parto

    OpenAIRE

    Ballesteros Meseguer, Carmen; López Pay, María Dolores; Martínez Román, Concepción

    2012-01-01

    El tacto vaginal es un procedimiento que se utiliza con mucha frecuencia durante la asistencia a la mujer gestante tanto en el periodo del parto como durante el seguimiento del embarazo. La exploración vaginal, es una de las técnicas diagnósticas fundamentales en el comienzo y el progreso del parto. El objetivo de nuestro trabajo es desarrollar un protocolo, teniendo en cuenta las recomendaciones de la evidencia científica, y por otro lado reducir el riesgo de infección intraparto, materna y ...

  6. Creencias y costumbres relacionadas con el embarazo, parto y puerperio en comunidades nativas Awajun y Wampis

    OpenAIRE

    Armando Medina I; Julio Mayca P

    2006-01-01

    Objetivo: Nuestro país, por su riqueza cultural, presenta diversas concepciones en torno al embarazo, parto y puerperio. Las costumbres y los procesos de embarazo, parto y puerperio, de la mujer Awajun (Aguaruna) o Wampis (Huambisa), en el contexto cultural de las comunidades indígenas, son revisadas en el presente estudio. Materiales y métodos: Estudio etnográfico descriptivo, cualitativo, realizado durante octubre de 2002 a abril de 2003, aplicándose 24 entrevistas a profundidad (a parteras...

  7. Efficacy of transvaginal biofeedback and electrical stimulation in women with urinary urgency and frequency and associated pelvic floor muscle spasm.

    Science.gov (United States)

    Bendaña, Emma E; Belarmino, James M; Dinh, Jenny H; Cook, Cynthia L; Murray, Brian P; Feustel, Paul J; De, Elise J B

    2009-01-01

    Women with urinary urgency and frequency may also have pelvic floor muscle spasm. Transvaginal biofeedback (TVBF) and electrical stimulation (EStim) is a treatment modality that has been used to treat vaginismus and chronic pelvic pain. In this study, TVBF/EStim was evaluated in women with pelvic floor muscle spasm associated with urinary symptoms. Fifty-two women underwent therapy with TVBF/EStim and reported a mean symptom improvement of 64.5%.

  8. A escolha pelo parto domiciliar: história de vida de mulheres que vivenciaram esta experiência La elección de parto domiciliario: relato de vida de las mujeres que pasaron por esta experiencia The choice to give birth at home: life story of women who experienced it

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Marien Knupp Medeiros

    2008-12-01

    Full Text Available Estudo qualitativo cujo método foi a História de Vida. O objetivo foi analisar os fatores que influenciaram a escolha pelo parto domiciliar, assistido por enfermeira obstetra, a partir da história de vida das mulheres que vivenciaram esta experiência. Os sujeitos foram seis mulheres que pariram em domicílio em grandes centros urbanos. Foi realizada análise temática, emergindo uma categoria: A construção de uma escolha. Todas as entrevistadas fizeram referência às experiências de parto de suas mães, evidenciando a influência destas na construção de suas escolhas. Este grupo buscou informações; enfrentou tanto o modelo tecnocrático vigente como suas famílias; encontrou atendimento ao parto humanizado no ambiente acolhedor domiciliar. Conclui-se que o vínculo entre a enfermeira obstétrica e sua cliente, bem como o respeito por suas escolhas, expectativas e cultura proporcionaram segurança e confiabilidade às mulheres. A escolha informada deve ser tida como um direito. A satisfação com a experiência foi unânime.Estudio cualitativo, cuyo método fue Historias de vida El objetivo fue examinar los factores que influyeron en la elección del parto domiciliario asistido por una enfermera obstetra según la historia de vida de las mujeres que vivieron esta experiencia. Los sujetos del estudio fueron seis mujeres que tuvieron parto domiciliario en los grandes centros urbanos. Fue realizado un análisis temático, de donde emergió uma categoria: La construcción de una elección. Todas las entrevistadas hicieron referencia a las experiencias de parto de sus madres, lo que demuestra la influencia en la construcción de su elección. El grupo busco información; se enfrentaron tanto el actual modelo tecnócrata como a sus famílias; se encuentra la prestación de servicio humanizado en un el cálido ambiente del hogar . Se concluyó que el vínculo entre la enfermera obstetra y su cliente, así como el respeto de sus decisiones

  9. Estudo comparativo entre misoprostol e placebo para o amadurecimento cervical e indução do parto A randomized trial of misoprostol and placebo for cervical ripening and induction of labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Murad Macedo

    1998-09-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a eficácia e segurança da aplicação intravaginal de misoprostol para amadurecimento cervical e indução do parto em gravidez a termo quando comparado com placebo.Pacientes e Métodos: cinqüenta e uma mulheres com gestação de alto risco, a termo, e cérvix imatura foram alocadas em estudo duplo cego para aplicação de misoprostol intravaginal (40 mg de 4/4 h ou placebo intravaginal (4/4 h. Resultados: entre as 51 pacientes estudadas, 32 receberam misoprostol e 19 receberam placebo. Os grupos foram homogêneos quanto à idade materna, idade gestacional, paridade e indicação para indução (p > 0,05. No grupo Misoprostol observamos 87,5% de eficácia e no grupo placebo 21,1% de eficácia (p=0,0000087. Em relação à via de parto, no grupo Misoprostol 75% dos partos foram vaginais e 25% cesáreos, Já no grupo placebo, apenas 32% foram partos vaginais e 68% cesáreos (p = 0,0059. O Apgar neonatal foi semelhante em ambos grupos. Conclusão: misoprostol se apresentou extremamente eficaz e seguro no amadurecimento cervical e indução do parto, surgindo como nova opção em obstetrícia em gestações de alto risco, a termo, com cérvix imatura e com necessidade de resolução do parto a curto prazo.Objective: to determine the efficacy and safety of misoprostol for cervical ripening and induction of labor in pregnant women at term when compared with placebo. Patients and Methods: fifty-one high-risk pregnant women at term, with unripe cervix, were allocated in a double-blind trial for treatment with intravaginal misoprostol (40 mg, 4/4 h or intravaginal placebo. Results: thirty-two patients received misoprostol and 19 received placebo. The groups were homogeneous concerning maternal age, gestacional age, parity, and indication for induction (p > 0.05. In the misoprostol group the efficacy was 87.5% and in the placebo group 21.1% (p = 0.0000087. Regarding delivery, in the misoprostol group 75% had vaginal delivery and 25

  10. Relação entre a pressão muscular perineal no puerpério e o tipo de parto Relationship between perineal muscular force in the puerperal period and the type of delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silmara Menta

    2006-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: relacionar o tipo de parto e as características do períneo com valores da pressão muscular perineal (PMP mensurada em primíparas nas posições deitada e sentada com a musculatura perineal em repouso e em contração máxima. MÉTODOS: estudo quantitativo do tipo transversal, realizado em maternidade conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS do município de São Paulo. A casuística, obtida por conveniência, foi de 95 primíparas de termo. A avaliação ocorreu entre o 40º e o 45º dia. Realizaram-se entrevista, exame físico e mensuração da PMP por meio do perineômetro de Kegel. A mensuração foi realizada nas posições deitada e sentada, com a musculatura em repouso e em contração máxima, sendo considerada a média de três aferições para cada posição e estado muscular. RESULTADOS: 76,8% (73 das primíparas tiveram parto vaginal e 23,2% (22 cesárea. No pós-parto vaginal, observou-se períneo íntegro em 18,9% (18, com rotura perineal em 24,2% (23 e com episiotomia em 33,7% (32. Os valores obtidos da PMP foram em: posição deitada/musculatura em repouso, 18,9 mmHg; deitada/musculatura em contração máxima, 30,7 mmHg; sentada/musculatura em repouso, 34,5 mmHg; sentada/musculatura em contração máxima, 46,5 mmHg. CONCLUSÃO: não houve associação entre o tipo de parto e as condições perineais e a pressão muscular perineal.PURPOSE: to determine the values of perineal muscular force (PMF in the lying and seated positions and to identify the values of PMF between first pregnancy, according to type and the characteristics of the vaginal delivery and cesarean section. METHODS: study of the transversal type, performed in a maternity of Brazilian Public the Health System (SUS in the city of São Paulo. The sample consisted of 95 primiparae at term. Evaluation occurred between the 40th and 45 th, day with an interview, physical examination and measurement of PMF using a perineometer of the Kegel type. The

  11. \\'Eu quero cesárea!\\' ou \\'Just cut it out!\\': análise crítica do discurso de relatos de parto normal após cesárea de mulheres brasileiras e estadunidenses à luz da linguística de corpus

    OpenAIRE

    Luciana Carvalho Fonseca

    2014-01-01

    No Brasil, a maioria absoluta das primíparas, deseja parto normal logo que engravida, porém, em mais da metade dos casos, os nascimentos são cirúrgicos. O fenômeno da falta de correspondência entre o desejado e o efetivamente alcançado não é exclusividade das mulheres brasileiras, mas ocorre em vários países do ocidente. Por meio da Análise Crítica do Discurso (ACD) de relatos de parto normal após cesárea (relatos de VBAC, do inglês, vaginal birth after c-section) à luz da Linguística de Corp...

  12. Anemia materna en el tercer trimestre de embarazo como factor de riesgo para parto pretérmino Maternal Anemia During the Third Trimester of Pregnancy as a Risk Factor for Preterm Labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Loretta Giacomin-Carmiol

    2009-03-01

    Full Text Available Objetivos: Analizar la relación entre la anemia y el parto pretérmino en el Servicio de Obstetricia del Hospital "Dr. Rafael Ángel Calderón Guardia", durante 2006. Materiales y métodos: Estudio de 110 pacientes y 220 controles. Se utilizó el registro estadístico de la sala de partos del Servicio de Obstetricia para la identificación de la muestra. Los criterios de inclusión para el grupo de casos fueron: edad materna mayor o igual a 18 años, edad materna menor de 35 años, primigesta, embarazo mayor de 32 semanas, embarazo único, y recién nacido vivo al momento del parto. Los criterios de exclusión fueron: embarazo complicado por enfermedades médicas crónicas o inducidas por este, antecedente en la historia clínica de sangrado transvaginal durante el primer o segundo trimestre, antecedente en la historia clínica de síntomas que sugirieran infección del tracto urinario o de otro sistema, antecedente en la historia clínica del uso de tabaco, alcohol u otra sustancia ilícita, productos con algún tipo de malformación diagnosticada previo a la labor del parto o durante el nacimiento, parto inducido o cesárea electiva, parto atendido de forma extrahospitalaria, ausencia o registro incompleto de alguna variable de interés. Las pacientes del grupo de control fueron aquellas internadas durante el mismo periodo. Los dos controles para cada caso fueron seleccionados de forma aleatoria, pareados por grupo quinquenal de edad y fecha de la atención del parto. Los criterios de inclusión y exclusión fueron los mismos aplicados al grupo de casos. Se definió como anemia una hemoglobina menor a 11 g/dl. La magnitud de la asociación entre la anemia y el parto pretérmino se evaluó mediante la razón de probabilidades (Odds Ratio Resultados: La hemoglobina promedio de los casos fue de 12,3 g/dl (DS+ 1,2 y la de los controles de 12,9 g/dl (DS+ 1,1; p Objective: To explore the relationship between anemia and preterm birth at the

  13. Development and application of a falloposcope for transvaginal endoscopy of the fallopian tube.

    Science.gov (United States)

    Kerin, J; Surrey, E; Daykhovsky, L; Grundfest, W S

    1990-01-01

    A small flexible microendoscope with an outside diameter (OD) of 0.5 mm has been developed for effective visualization of the entire length of the human fallopian tube. Using a transvaginal approach, a small flexible operating hysteroscope with an OD ranging from 3.3 to 4.5 mm, was used to visualize the uterotubal ostium (UTO) for cannulation of the tube. A coaxial technique, incorporating guidewire cannulation, placement of an "over the wire" Teflon catheter, and replacement of the guidewire with a falloposcope, for video documentation of endotubal surface anatomy has been carried out without complication in 55 women who had a total of 84 tubes available for tubal endoscopy. Characterization of normal and abnormal epithelial changes has been documented for the intramural, isthmic, ampullary, and fimbrial tube. Technical difficulties related to failure to negotiate the entire tubal lumen in the absence of obstructive disease occurred in 9 (11%) of the 84 endoscopy cases. These technical difficulties have been partly overcome by the incorporation of smaller directional guidewires, softer distortion-free Teflon catheters, improved microendoscopes, and the acquisition of new surgical skills necessary for safe and successful endoscopy of the fallopian tube. Minor difficulties were experienced in 7 (8%) of 84 endoscopies due to ostial spasm secondary to attempted guidewire cannulation. Cannulation was successful once spasm ceased. Of the 75 (89%) remaining successful tubal endoscopies, documentation of endotubal lesions ranging from accumulated debris, nonobstructive intraluminal adhesions, stenosis, polyps, to total fibrotic obstruction were observed in 43 (57%) examinations. The majority (70%) of these lesions were confined to the medial third of the tube, between the UTO and ampullary isthmic junction (AIJ). The tubal lumen was considered to be endoscopically normal in 32 (42%) examinations. Techniques of tubal aquadissection (TA), guidewire cannulation (GC), wire

  14. Vacinação com Escherichia coli J5 no pré-parto e ocorrência de mastite e produção de leite de vacas mestiças leiteiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.V. Maia

    2013-10-01

    Full Text Available Avaliaram-se a utilização da vacina Escherichia coli J5 no período pré-parto e a ocorrência de mastite e de produção de leite. Foram utilizadas 93 vacas, sendo 43 vacinadas e 50 não vacinadas. Para a análise dos dados de produção e CCS (contagem de células somáticas, utilizou-se delineamento inteiramente ao acaso em sistemas de parcelas subdivididas. Os dados de CCS e duração de casos clínicos de mastite foram transformados em Log10CCS. Para as médias de CCS e a duração de casos clínicos, usou-se o teste t. Para comparações de médias de recidivas de casos clínicos, usou-se o teste de Mann-Whitney. Para frequência de microrganismos e de mastite subclínica, usou-se o teste de qui-quadrado. A interação dessas variáveis foi analisada pelo teste de McNemar. Não houve redução na prevalência de infecções por coliformes entre a secagem e o parto nos dois grupos. A duração total dos casos clínicos de mastite em animais que apresentaram mastite clínica foi menor em vacas vacinadas. O número de episódios clínicos e a intensidade dos casos clínicos não diferiu entre os grupos. A prevalência de animais com mastite subclínica no pós-parto e a (CCS nos 100 primeiros dias de lactação foram mais baixas no grupo de animais vacinados. Não foi observada diferença na produção de leite entre os grupos. A vacinação de vacas com E. coli J5 melhora a saúde da glândula mamária de vacas leiteiras e, consequentemente, reduz a prevalência de animais com mastite subclínica no pós-parto, bem como a duração dos casos clínicos de mastite e a CCS nos 100 primeiros dias de lactação.

  15. Deficiência de ferro na gestação, parto e puerpério The iron deficiency in pregnancy, labor and puerperium

    OpenAIRE

    Lilian P. Rodrigues; Jorge,Silvia Regina P. F.

    2010-01-01

    A anemia por deficiência de ferro representa desordem nutricional de maior prevalência em todo o mundo. As duas causas mais comuns de anemia na gestação e pós-parto são a deficiência de ferro e as perdas sanguíneas agudas. Na gestação, as mudanças fisiológicas podem dificultar o diagnóstico das doenças hematológicas. O propósito deste estudo é revisar a deficiência de ferro na gestação, as consequências adversas materno-fetais, o diagnóstico e manejo da anemia na gestação.Iron-deficiency anem...

  16. Influência do consumo alimentar na gestação sobre a retenção de peso pós-parto Influencia del consumo alimentario en la gestación sobre la retención de peso post-parto Influence of dietary intake during gestation on postpartum weight retention

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Bortoletto Martins

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a influência da alimentação durante a gestação sobre a retenção de peso pós-parto. MÉTODOS: Foram acompanhadas 82 gestantes adultas e saudáveis que iniciaram o pré-natal em serviço público de saúde no Município de São Paulo, SP, entre abril e junho de 2005. As medidas de peso e estatura foram aferidas na primeira entrevista (até 16 semanas de gestação e a medida de peso foi repetida em visita domiciliar 15 dias após o parto. O Recordatório de 24 horas foi usado para avaliar o consumo alimentar e foi aplicado nos três trimestres da gestação. Foi calculado o consumo médio de gordura saturada, fibras, açúcar adicionado, refrigerantes, alimentos processados, frutas, verduras e legumes, e a densidade energética da dieta. A retenção de peso foi obtida pela diferença entre a medida de peso pós-parto e a primeira medida realizada. A influência da alimentação sobre a retenção de peso pós-parto foi avaliada por meio de análise de regressão linear múltipla e foi realizado o teste para tendência linear. As variáveis utilizadas para ajuste do modelo foram: índice de massa corporal no início da gestação, estatura, renda familiar per capita, tabagismo, idade e escolaridade. RESULTADOS: O índice de massa corporal inicial médio foi de 24 kg/m² e a retenção média de peso foi de 1,9 kg. O aumento do consumo de gordura saturada (p = 0,005 e alimentos processados (p = 0,014 elevou de forma significativa a retenção de peso pós-parto, após ajuste pelas variáveis de controle. As demais variáveis de consumo alimentar não apresentaram relação significativa com a variável desfecho. CONCLUSÕES: O maior consumo de alimentos não saudáveis, como alimentos processados, e de gordura saturada influencia a elevação da retenção de peso pós-parto.OBJETIVO: Evaluar la influencia de la alimentación durante la gestación sobre la retención de peso post-parto. MÉTODOS: Fueron acompañadas 82

  17. Resultado do teste rápido anti-HIV após o parto: uma ameaça à amamentação ao nascimento Resultado de la prueba rápida anti-HIV posterior al parto: una amenaza al amamantamiento en el nacimiento Delivering rapid HIV tests results after delivery: a threat to breastfeeding at birth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inês Couto de Oliveira

    2010-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar fatores associados à não-amamentação na primeira hora de vida, sobretudo a influência do momento do resultado do teste rápido anti-HIV. MÉTODOS: Estudo de coorte, sendo o ponto inicial a submissão ao teste rápido e o final a primeira mamada do bebê. A população estudada incluiu 944 parturientes submetidas ao teste rápido anti-HIV, com resultado negativo, em 2006, nos cinco hospitais amigos da criança do Sistema de Gestação de Alto Risco no município do Rio de Janeiro, RJ. Entrevistadoras treinadas obtiveram dados do laboratório e do prontuário e no pós-parto aplicaram questionário para entrevista às mães. O modelo multinível foi adotado para analisar a influência de características sociodemográficas, de assistência pré-natal e ao parto sobre a não-amamentação na primeira hora de vida. RESULTADOS: Dentre as participantes, apenas 15,6% receberam seu resultado antes do parto, 30,8% depois do parto e 53,6% ainda desconheciam o resultado ao ser entrevistada. A prevalência de não-amamentação na primeira hora de vida foi de 52,5% (IC 95%: 49,3;55,8. Após ajuste, o recebimento do resultado do teste rápido após o parto dobrou o risco da não-amamentação na primeira hora de vida (RR=2,06; IC 95%: 1,55;2,75. Outros fatores de risco foram: cor não branca, renda materna de um salário mínimo ou menos, parto cesáreo, mãe não querer amamentar o bebê ao nascimento e mãe referir que a equipe hospitalar não a escutava. O desconhecimento da realização do teste rápido anti-HIV pela mãe se mostrou como fator de proteção. CONCLUSÕES: O principal fator de risco para a não-amamentação na primeira hora de vida foi o recebimento do resultado do teste rápido após o parto. O teste anti-HIV deve ser amplamente disponibilizado no pré-natal e o teste rápido deve ser realizado sob indicação, na admissão, com busca ativa e pronta comunicação do resultado à mulher.OBJETIVO: Analizar factores

  18. Embarazo y parto en los cronistas de los siglos XVI-XVII

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiola Chávez

    1997-12-01

    Full Text Available En el presente trabajo exponemos documentos que narran las creencias y prácticas respecto a una parte del ciclo reproductivo de la mujer: el embarazo y el parto. Muchas de estas creencias y pricticas aún están vigentes, lo que puede indicar una continuidad cultural desde tiempos incaicos o preincaicos hasta la fecha.

  19. Humanización del parto en la medicina de excelencia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Xiomara Pujadas Ríos

    2011-11-01

    Full Text Available Se realiza una revisión bibliográfica en la que se actualizan los conocimientos que se tienen hasta el momento sobre el parto humanizado, esta revisión incluye trabajos de autores tanto nacionales como extranjeros además de la búsqueda en Internet. La revisión se hace con el objetivo de identificar los cambios específicos y posibles a lograr, que podrían mejorar las experiencias de las mujeres durante el trabajo de parto y el desarrollo de pruebas y métodos para promover estos. Se profundiza en el estudio, en el efecto positivo que produce el apoyo personalizado durante el trabajo de parto, como resultado de una sólida evidencia científica que respalda el parto humanizado; lo que permite contribuir en la reducción de la mortalidad materna y perinatal, reducción de la cesárea y mejor calidad de atención a la parturienta, que conducen a un nacimiento feliz.

  20. Prácticas para estimular el parto normal Practices to stimulate normal childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flora Maria Barbosa da Silva

    2011-09-01

    Full Text Available Este artículo lleva a una reflexión sobre las prácticas del estímulo al parto normal, con la fundamentación teórica de cada una de ellas. Las prácticas incluidas en este estudio fueron el ayuno, enemas, spray y baños de inmersión, caminatas, movimientos pélvicos y masaje. En un contexto de revalorización del parto normal, ofrecer a la mujer durante el parto opciones de comodidad basadas en evidencias puede ser una forma de preservar el curso fisiológico del parto.This article leads to a reflection about the practices of encouraging normal childbirth, with the theoretical foundation for each one of them. The practices included in this study were fasting, enema, shower and immersion baths, walking, pelvic movements and massage. In a context of revaluation of normal birth, providing evidence-based comfort options for women during childbirth can be a way to preserve the physiological course of labour.

  1. Relação entre depressão pós-parto e disponibilidade emocional materna The relationship between postpartum depression and maternal emotional availability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Regina J. R. M. Fonseca

    2010-04-01

    Full Text Available A depressão pós-parto é um transtorno de alta prevalência que pode comprometer a qualidade da relação mãe-criança. Este estudo pretende determinar a prevalência do referido transtorno, comparar a interação mãe-bebê nos grupos com e sem depressão e verificar a relação entre depressão, apoio social e estilos de relacionamento e disponibilidade emocional maternos. As participantes eram gestantes que pretendiam dar à luz no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo entre dezembro de 2006 e dezembro de 2008. A prevalência de depressão pós-parto em nossa amostra foi 28%. Não houve diferença significativa na relação mãe-criança no grupo com e sem depressão. Encontrou-se correlação positiva entre sensibilidade materna e escolaridade e entre sensibilidade e certas dimensões de apoio social e estilo de relacionamento. Conclui-se que a prevalência de depressão pós-parto em nossa amostra é mais alta que a média mundial, mas a sintomatologia depressiva não interfere significativamente na qualidade da interação mãe-bebê. A sensibilidade materna é influenciada por fatores sócio-cognitivos e afetivos.Postpartum depression is a highly prevalent disorder that can interfere in the mother-infant relationship. This study aims to evaluate the prevalence of postpartum depression in our sample to compare mother-infant interaction in depressed and non-depressed mothers and to assess the relationship between maternal depression, social support, attachment style, and emotional availability. Participants were pregnant women who planned to deliver at the University of São Paulo Hospital between December 2006 and December 2008. Postpartum depression prevalence in our sample was 28%. No difference was found in emotional availability between depressed and non-depressed mothers. There was a positive correlation between maternal sensitivity and education, and between sensitivity and some dimensions of social support and

  2. Factores causales de complicaciones en el trabajo de parto, de los Centros de Salud del Valle Alto, Cochabamba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Freddy Álvarez Rodriguez

    2011-06-01

    Full Text Available Se denomina trabajo de parto a un conjunto de fenomenos fisiológicos que tienen por objeto de salida del feto viable de los genitales maternos. Con el presente estudio se determiná los factores causales de complicaciones en el trabajo de parto y el tipo de costumbre al desasrrollo del mismo. Se realizo un estudio de tipo retrospectivo;transversal y cuantitativo comprendiendo a los municipios de Punata, Arani, Villa Rivero, Tiraque,Cliza y Tarata y de Vacas. El método de recolección de datos fue a raves de la utilización de un cuestionario dirigido a las mujeres pos-puerperio. La informacion se obtuvo de los cuadernos de control prenatal, parto, y puerperio del Sistema Nacional de Información en Salud (SNIS. Entre los resultados obtenidos se tiene que los factores causales de complicaciones en el trabajo de parto en la mayoría se debe a la realización de actividades costumbristas traumáticas que se caracteriza por el balanceo horizontal de la gestante sobre una sabana (manteo63%. Se concluye que los factores de riesgo en el trabajo del parto son: el vivir en un lugar pobre, no realizar un adecuado control prenatal, presentar el antecedente de un parto pretérmino y además que la comunidades tienen costumbres que ponen en peligro el bienestar de la madre en trabajo de parto.

  3. As representações sociais da depressão pós-parto elaboradas por mães puérperas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Penha de Lima Coutinho

    Full Text Available O estudo psicossociológico versou sobre a depressão pós-parto desde a experiência subjetiva das mães no contexto puerperal até as comunicações veiculadas no seu grupo de pertencimento. Buscou-se apreender as representações sociais da depressão e da experiência materna elaboradas pelas puérperas com e sem sintomatologia depressiva. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com mães usuárias de um serviço público de saúde, que foram divididas em dois grupos, com base na pontuação obtida pela escala de Edinburgh para rastreamento da depressão pós-parto: trinta e duas puérperas portadoras de sintomatologia de depressão e trinta e três participantes que não apresentavam essa sintomatologia. Foram utilizados a associação livre de palavras, analisada pelo software Tri-Deux-Mot, e um questionário sociodemográfico, tratado pelo SPSS. Para o estímulo indutor depressão, nas puérperas sem sintomatologia, emergiram manifestações psico-orgânicas, valorativas e histórico-factuais. As mães depressivas ancoraram a depressão em elementos psico-afetivos, que trouxeram repercussões para o seu relacionamento com os bebês. constatou-se a necessidade da utilização de procedimentos plurimetodológicos.

  4. Cervical ripening methods for labor induction Métodos de preparo cervical para indução do trabalho de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Garanhani de Castro Surita

    2004-06-01

    Full Text Available The indication for labor induction has been increasing in the world. It is known that cervical conditions are directly associated to the success of labor induction. Knowledge of cervix anatomy and physiology during pregnancy and of the different methods for cervical ripening is essential for indicating the best cervical ripening method in a given situation, therefore obtaining the best outcomes following labor induction. This is a challenge for obstetricians where not every method is readily available and accessible and C-sections rates are very high as in Brazil. Some methods are discussed in this paper including breast stimulation, membrane stripping, and the use of relaxin, oxytocin, prostaglandins, hyaluronidase, mifepristone, laminaria and Foley catheter.Tem sido mundialmente crescente a indicação de indução do trabalho de parto. Sabe-se que as condições do colo uterino estão diretamente relacionadas com o sucesso da indução. O conhecimento da anatomia e fisiologia do colo uterino durante a gestação, bem como as dos diversos métodos de preparo cervical, são de fundamental importância para que possa ser indicado o melhor método para o preparo de colo em uma situação específica e conseqüentemente obter-se melhores resultados nas induções do trabalho de parto. Esse é um desafio para os obstetras de um país em que nem todos os métodos estão disponíveis e acessíveis e com taxas de cesarianas tão elevadas quanto o Brasil. São discutidos alguns métodos incluindo a estimulação dos mamilos, descolamento de membranas, relaxina, ocitocina, prostaglandinas, hialuronidase, mefiprestone, laminaria e sonda Foley.

  5. Idade ao primeiro parto e intervalo de partos de cinco grupos genéticos Holandês x Gir no Brasil Age at first calving and calving interval of five Holstein x Gir genetic groups in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olivardo Facó

    2005-12-01

    Full Text Available Tendo em vista a grande importância dos bovinos mestiços Holandês x Gir (H x G nos sistemas de produção de leite no Brasil e a íntima relação entre a reprodução e a produtividade destes sistemas, foram obtidos registros de partos e datas de nascimento junto à Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, no intuito de avaliar o desempenho reprodutivo de vários grupos genéticos HxG. Os dados, num total de 2.600 registros de idade ao primeiro parto (IPP e 3.763 de intervalos de partos (IDP, foram analisados por meio do procedimento GLM do pacote estatístico SAS (1999. As comparações do desempenho dos grupos genéticos foram feitas por meio de modelos classificatórios incluindo o efeito de grupo genético. Foram feitas estimativas dos efeitos genéticos, isto é, da diferença aditiva entre Holandês e Gir, do efeito de dominância e do efeito epistático aditivo x aditivo, utilizando-se modelos de regressão. O grupo meio-sangue apresentou desempenho superior, ou seja, menores IPP e IDP. Foi observada tendência de elevação do IDP com o aumento da proporção de genes da raça Holandesa. O efeito de dominância influenciou significativamente as duas características estudadas, enquanto o efeito de interação epistática do tipo aditivo x aditivo influenciou significativamente apenas a IPP. Os resultados indicaram que a perda de interações epistáticas favoráveis contribuiu para a alta IPP no grupo 5/8 Holandês.Reproduction efficiency of Holstein x Gir crossbred animals in Brazilian dairy farms were evaluated using data provided by the Brazilian Association of Girolando. A total of 2,600 records of age at first calving (IPP and 3,763 records of calving intervals (IDP were analyzed using the SAS® GLM procedure. Estimates of genetics effects: additive difference between Holstein and Gir breeds, dominance and additive x additive epistatic effects were obtained by regression models including genetic groups to model the

  6. Childbirth care: contributing to the debate on human development Evaluación de la estructura y del proceso de atención al parto: contribución al debate sobre desarrollo humano Avaliação da estrutura e processo da atenção ao parto: contribuição ao debate sobre desenvolvimento humano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Maria Garcia de Lima Parada

    2007-10-01

    consecuente reducción en las tasas de mortalidad materna y neonatal, de forma que la región alcance las metas establecidas para la ampliación del desarrollo humano en el milenio.Com a finalidade de subsidiar gestores da área de saúde da mulher, na formulação de políticas públicas, voltadas ao desenvolvimento humano, realizou-se esta investigação, cujo objetivo foi avaliar a estrutura e o processo da atenção ao parto e ao neonato desenvolvido em região do interior paulista. Estudo epidemiológico, voltado para avaliação dos serviços de saúde, baseou-se na observação da assistência prestada pelo Sistema Único de Saúde em 12 maternidades e 134 partos, adotando-se padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde ou Organização Mundial de Saúde para comparação. Os resultados apontam problemas relacionados à estrutura em algumas maternidades, mostrando que práticas úteis ao parto normal ainda são pouco utilizadas, enquanto que outras prejudiciais ou ineficazes ainda são utilizadas rotineiramente. Reverter esse quadro será essencial para oferecer atendimento de qualidade às mulheres, com conseqüente redução nas taxas de mortalidade materna e neonatal, para que a região atinja as metas estabelecidas para ampliação do desenvolvimento humano no milênio.

  7. O acesso à assistência ao parto para parturientes adolescentes nas maternidades da rede SUS Accesibilidad a asistencia del parto para parturientes adolescentes en las maternidades del sistema de salud Accessibility to childbirth attendance for pregnant adolescents in health system's maternities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Santos Barbastefano

    2010-12-01

    Full Text Available Estudo quantitativo, observacional e de delineamento transversal, cujo objetivo foi identificar os fatores que interferem na acessibilidade da gestante ao acompanhamento do parto na rede do Sistema Único de Saúde (SUS na cidade do Rio de Janeiro (RJ. Foi realizado em maternidades da rede SUS-RJ, por meio de entrevista estruturada. A amostra constituiu-se de 328 puérperas adolescentes. As informações foram organizadas em banco de dados, e para análise se utilizou o software EPI INFO versão 6.03, e a razão de prevalência como medida de associação. Os resultados evidenciaram que 40,5% das adolescentes eram negras; 54,9% tinham apenas o ensino fundamental; 91,5% haviam feito pré-natal. O acesso foi considerado insatisfatório em 36,6% dos casos, e 20,7% das puérperas passaram por mais de uma unidade de saúde para parir. Concluiu-se que a assistência à parturiente adolescente ainda necessita de ajustes, de modo a favorecer o acesso destas aos serviços de assistência ao parto.El estudio objectivó identificar los factores que interfieren en la accesibilidad de parturientes adolesacentes a la asistencia del parto en el Sistema de Salud, en la ciudad de Río de Janeiro, Brasil. Estudio cuantitativo, con diseño travesaño y observacional, cumplido en maternidades del Sistema de Salud, a través de entrevista estructurada. La muestra se constituyó de 328 puerperas adolescentes. Los datos fueran organizados en una base de datos, para el análisis subsecuente, con el software EPI INFO versión 6.03. Como medida de asociación se usó la razón de predominio. Los resultados evidenciaron que 40,5% de las adolescentes eran negras; 54,9% tenían la enseñanza fundamental; 91,5% habían tenido la asistencia prenatal. El acceso fue considerado insatisfactorio para 36,6% de ellas, y 20,7% fueron a más de una maternidad para el parto. Concluyese que la asistencia a parturientes adoelscentes necesita de ajustes para favorecer su acceso a los

  8. O discurso de parto de mulheres vivenciando a experiência da primeira gestação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia R. Nozawa

    1996-01-01

    Full Text Available Este trabalho é parte integrante de um estudo realizado junto a um grupo de mulheres, clientes de um centro de saúde escola, que vivenciavam a experiência da primeira gravidez, com o objetivo de desenvolver e avaliar uma ação educativa participante. A ação educativa foi desenvolvida sob a perspectiva de uma relação pedagógica calcada no diálogo e na participação ativa das educandas no processo, assim, o referencial metodológico do estudo inspirou-se na concepção de educação libertadora e na metodologia participativa em pesquisa. Os dados apresentados e a análise realizada referem-se à discussão sobre o parto que apresentou-se como tema central durante todo o processo educativo. Pelo emprego da Análise de Discurso como instrumento de avaliação da ação realizada foi possível identificar o sentido predominantemente negativo de parto no discurso das gestantes, bem como discutir o processo de constituição desse discurso apontando estratégias que promovam a superação de tal significado visando subsidiar a prática educativa realizada por profissionais de saúde junto a esse grupo específico da clientela.This paper is part of a study carried out with a group of women, at a school health centre, experiencing their first gestation. The study aims at developing and evaluating a participative educative action. Such action has been developed from a pedagogic relation perspective based on dialogue and active participation of the women in in the educative process. Thus the methodological framework derived from the concept of freeing education and participation research methodology. Both the data used and analysis perfomed refer to the discussion on delivery - the central issue of the whole educative process. The use of Discourse Analysis as an evaluative tool of the action allowed the identification of the predominantly negative meaning of delivery in the pregnant women's discourse as well as the discussion of the production

  9. Spontaneous Rupture of Pyometra Causing Peritonitis in Elderly Female Diagnosed on Dynamic Transvaginal Ultrasound.

    Science.gov (United States)

    Malvadkar, Sharad M; Malvadkar, Madhuri S; Domkundwar, Shilpa V; Mohd, Shariq

    2016-01-01

    Pyometra is collection of pus within the uterine cavity and is usually associated with underlying gynaecological malignancy or other benign causes. Spontaneous rupture of pyometra is a rare complication. We report a case of a 65-year-old female who presented with acute abdomen and was diagnosed with a ruptured uterus secondary to pyometra and consequent peritonitis on dynamic transvaginal sonography (TVS) which was later confirmed on contrast enhanced computed tomography (CECT). An emergency laparotomy was performed and about 800 cc of pus was drained from the peritoneal cavity. A rent was found in the anterior uterine wall and hence hysterectomy was performed. Histopathology revealed mixed inflammatory cell infiltrate with no evidence of malignancy. There are only 31 cases of ruptured pyometra reported till date, most of which were definitively diagnosed only on laparotomy. In only two of these cases the preoperative diagnosis was made on CECT. We report this case, as the correct and definitive diagnosis was made preoperatively on dynamic TVS. To our knowledge, this is the first case report revealing spontaneous ruptured pyometra being diagnosed preoperatively on dynamic TVS. This report is aimed at giving emphasis on the use of simple dynamic TVS for accurate diagnosis of rare spontaneous ruptured pyometra causing peritonitis.

  10. Spontaneous Rupture of Pyometra Causing Peritonitis in Elderly Female Diagnosed on Dynamic Transvaginal Ultrasound

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sharad M. Malvadkar

    2016-01-01

    Full Text Available Pyometra is collection of pus within the uterine cavity and is usually associated with underlying gynaecological malignancy or other benign causes. Spontaneous rupture of pyometra is a rare complication. We report a case of a 65-year-old female who presented with acute abdomen and was diagnosed with a ruptured uterus secondary to pyometra and consequent peritonitis on dynamic transvaginal sonography (TVS which was later confirmed on contrast enhanced computed tomography (CECT. An emergency laparotomy was performed and about 800 cc of pus was drained from the peritoneal cavity. A rent was found in the anterior uterine wall and hence hysterectomy was performed. Histopathology revealed mixed inflammatory cell infiltrate with no evidence of malignancy. There are only 31 cases of ruptured pyometra reported till date, most of which were definitively diagnosed only on laparotomy. In only two of these cases the preoperative diagnosis was made on CECT. We report this case, as the correct and definitive diagnosis was made preoperatively on dynamic TVS. To our knowledge, this is the first case report revealing spontaneous ruptured pyometra being diagnosed preoperatively on dynamic TVS. This report is aimed at giving emphasis on the use of simple dynamic TVS for accurate diagnosis of rare spontaneous ruptured pyometra causing peritonitis.

  11. Use of transvaginal ultrasound in females with primary bladder neck obstruction. A preliminary study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vikiela Galica

    2015-07-01

    Full Text Available Introduction and aim: The video-urodynamics study is the principal exam to establish a possible primary bladder neck obstruction (PBNO condition. While trans-rectal ultrasonography plays an important role in the evaluation of the low urinary tract symptoms (LUTS and the severity of bladder outlet obstruction (BOO in men, the use of the transvaginal ultrasound (TVUS in women with symptoms suggesting BOO remains unclear. We tried to check the utility of the TVUS in women with PBNO condition. Material and methods: We selected female patients which presented BOO without pelvic organ prolapse (POP. According to the data of the video-urodynamic exam we selected the patients with the suspicion of PBNO. A TVUS in basal and during micturition was performed before and after surgery. Results: TVUS showed a closed bladder neck bladder in basal condition and during micturition similarly to the fluoroscopic image during video-urodynamics. The mean distance from bladder neck to the vaginal mucosa resulted 1.3 cm in this patients. Conclusions: TVUS results worthy in the evaluation of patients with PBNO before and after surgery.

  12. Accuracy of transvaginal ultrasonography compared to endometrial biopsy for the etiological diagnosis of abnormal perimenopausal bleeding

    Science.gov (United States)

    NICULA, RENATA; DICULESCU, DORU; LENCU, CODRUŢA CLAUDIA; CIORTEA, RĂZVAN; BUCURI, CARMEN ELENA; OLTEAN, IOANA ADRIANA; TRIF, IOANA ALEXANDRA; MIHU, DAN

    2017-01-01

    Background and aims Perimenopause is marked by clinical manifestations which disturb everyday life and which may also hide a pathomorphological, more precisely endometrial, substrate. An accurate early diagnosis established by accessible, non-invasive methods is very important for the therapeutic management. Method The study included 103 patients aged between 41.5–55.11 years, divided into 3 age groups: 40–44 years (n=10), 45–49 years (n=54) and ≥50 years (n=39). Results Certain risk factors of endometrial neoplasm or premalignant conditions were evidenced, their accurate identification being useful in limiting the number of patients with abnormal uterine bleeding (AUB) submitted to diagnostic screening. The most common cause of AUB in our study was fibroma, followed by functional causes. Conclusions Transvaginal ultrasound (TVUS) represents a minimally invasive method for the screening of perimenopausal patients with AUB, especially to rule out endometrial adenocarcinoma (EAC). TVUS sensitivity was higher than clinical diagnosis in case of leiomioma, polypi and EAC. TVUS was more accurate in the diagnosis of EAC, polypi and leiomioma. PMID:28246495

  13. PREDICTION OF PRETERM DELIVERY BY ASSESSMENT OF CERVICAL LENGTH USING TRANSVAGINAL ULTRASOUND

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gauri Raghunath

    2015-05-01

    Full Text Available AIMS AND OBJECTIVES: To identify patients at risk of preterm deliveries before the onset of symptoms. Purpose of this study is to assess the diagnostic performance of transvaginal ultrasonographic evaluation of cervix in the prediction of preterm delivery. MATERIAL AND METHODS: Sonographic cervical length assessment in 200 antenatal women between 20 – 28 weeks gestation attending OPD was done. Study group was divided in group A ( T hose with cervical length more than 25mm and group B (those with cervical length ≤25mm, again these women with short cervix divided in Group B1 - Women with cervical length 21 – 25mm, Group B2 - Women with cervical length ≤20mm . Cervical length was measured for all enrolled women using 6.5 MHz transvaginal probe. Cervical length on transvaginal sonography ≤25mm were considered as short cervix and remaining (>25 mm were considered as normal cervical lengths. In present study, women with short cervix ≤25 mm and history of previous preterm delivery or second trimester abortions and evidence of cervical defect were treated with elective cervical cerclage by McDonald method. Women in group A and remaining women in group B (who had short cervix but os was closed and women without history of previous preterm delivery or second trimester abortions were conservatively followed up. RESULTS: Out of 200 women 5(2.5% women had cervical lengths ≤20 mm measured with TVS (Group B2; 11(5.5% had cervical lengths ra nging from 21 - 25mm (group B1. Out of 16 women (group B; 9(4.6% women underwent elective cerclage and remaining 7(3.6% women were managed conservatively. Incidence of preterm delivery in group A was 5.6% while in group B it was 75%. Relative risk of preterm delivery in group B was 13.35 (P=0.0000000 ←. Odds Ratio =50.4. Sensitivity of TVS 54.5%, Specificity of TVS 97.6% Positive predictive value 75%, Negative predictive value 94.3%. Incidence of preterm delivery was more in women with visible membranes at

  14. Effect of pelvic floor muscle training on labour and newborn outcomes: a randomized controlled trial Efeitos do treinamento da musculatura do assoalho pélvico sobre o parto e recém-nascido: estudo controlado randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia A. R. Dias

    2011-12-01

    anos, e que eram capazes de contrair a musculatura do assoalho pélvico. As gestantes foram incluídas no estudo com 20 semanas de idade gestacional, e realizava-se a avaliação da pressão de contração vaginal pela contração da musculatura do assoalho pélvico. Elas foram randomizadas em dois grupos: grupo de treinamento e grupo controle. Todas as voluntárias tiveram o trabalho de parto e os resultados dos recém-nascidos avaliados por meio de consulta ao prontuário por um pesquisador não envolvido com o grupo de treinamento. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre os grupos quanto à idade gestacional no nascimento, tipo de parto, duração da segunda fase de trabalho de parto, tempo total de trabalho de parto, prevalência da laceração perineal, peso e tamanho do bebê e índice de Apgar. Nenhuma correlação foi encontrada entre a força muscular do assoalho pélvico e a segunda fase ou a duração total do trabalho de parto. CONCLUSÕES: Este ensaio clínico randomizado não verificou qualquer influência do treinamento muscular do assoalho pélvico e da força dos músculos do assoalho pélvico sobre o trabalho de parto e os resultados do recém-nascido.

  15. Predictores de parto pretérmino en la población adolescente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manrique Leal-Mateos

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: identificar los principales factores de riesgo que inducen un parto pretérmino en pacientes adolescentes. Métodos: se realizó un estudio observacional de corte transversal, mediante el análisis secundario de la base de datos del estudio original “Características del control prenatal de pacientes adolescentes atendidas en la consulta de obstetricia. Hospital Rafael Ángel Calderón Guardia, 2010”. Las variables relacionadas con el control prenatal se categorizaron según la dicotomía Sí/ No, y mediante una regresión logística, se estimó la razón de probabilidades ajustada en cuanto a la presencia de parto pretérmino. Resultados: la edad promedio de las pacientes fue de 16,6 años (DE + 1,6. El parto pretérmino se presentó en el 13,3% de los casos (n = 48, IC 95% 10,1- 17,4. Las enfermedades médicas asociadas al embarazo (OR 3,5, IC 95% 1,3-9,6, la multiparidad (OR 3,6, IC 95% 1,3-10,3 y la falta de un control prenatal adecuado (OR 10,1, IC 95% 3,2-32,3 fueron las principales variables independientes para la presencia de un parto pretérmino. Conclusiones: las enfermedades médicas asociadas al embarazo, la presencia de 2 o más embarazos y la falta de un control prenatal adecuado, fueron las principales variables independientes para la predisposición a un parto pretérmino en la población de adolescentes.

  16. Representação de parturientes acerca da dor de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Marie Barbosa Davim

    2008-03-01

    Full Text Available Este estudo teve como foco conhecer as representações de parturientes acerca da dor de parto. Representa também o conceito de representação, discutindo-se a relação da dor de parto historicamente relacionado a algo intolerável e doloroso fisicamente. A pesquisa foi realizada na Unidade de Parto Humanizado de uma Maternidade Pública de Natal/RN, no período de 01 mês no ano de 2007. Os sujeitos foram 19 parturientes a partir de sua segunda gestação e estar na fase ativa do trabalho de parto. Os dados foram coletados por meio de entrevistas gravadas e analisados com a técnica de análise de conteúdo, especificamente, a análise temática por categorias. Os resultados confirmaram que as representações acerca da dor de parto são similares entre as parturientes com significações ou conotações associadas à sua intensidade e qualidade da dor, sua localização e ao antagonismo da dor. Concluímos que a representação dessa dor é tanto forma de saber como forma de constituição de um contexto sócio-cultural, referentes ao comportamento de vivência e de difícil compreensão por quem nunca a sentiu.

  17. Mortalidade infantil e acesso geográfico ao parto nos municípios brasileiros Mortalidad infantil y acceso geográfico al parto en los municipios brasileños Infant mortality and geographic access to childbirth in Brazilian municipalities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wanessa da Silva de Almeida

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o acesso geográfico ao parto hospitalar nos municípios brasileiros. MÉTODOS: Foram analisadas informações de óbitos e nascimentos quanto à sua adequação para o cálculo do coeficiente de mortalidade infantil no período de 2005 a 2007 para os 5.564 municípios brasileiros. O acesso geográfico foi expresso por indicadores de deslocamento, oferta e acesso aos serviços de saúde. A associação entre o acesso geográfico ao parto e o coeficiente de mortalidade infantil em municípios com adequação de suas informações vitais foi avaliada por meio de regressão múltipla. RESULTADOS: Dentre os municípios analisados, 56% apresentaram adequação das informações vitais, correspondendo a 72% da população brasileira. O deslocamento geográfico ao parto mostrou-se inversamente associado ao porte populacional, à renda per capita, e à mortalidade infantil, mesmo controlado por fatores demográficos e socioeconômicos. CONCLUSÕES: Embora tenham sido desenvolvidas estratégias importantes para a melhoria da qualidade do atendimento às gestantes no Brasil, as ações para garantir o acesso igualitário à assistência ao parto ainda são insuficientes. O maior deslocamento intermunicipal para o parto se mostrou como um fator de risco para a mortalidade infantil, aliado à desigualdade de oferta de serviços qualificados e à falta de integração com a atenção básica de saúde.OBJETIVO: Analizar el acceso geográfico al parto hospitalario en los municipios brasileños. MÉTODOS: Se analizaron informaciones de óbitos y nacimientos con relación a su adecuación para el cálculo del coeficiente de mortalidad infantil en el período de 2005 a 2007 para los 5.564 municipios brasileños. El acceso geográfico fue expresado por indicadores de desplazamiento y oferta y acceso a los servicios de salud. Se evaluó la asociación entre el acceso geográfico al parto y el coeficiente de mortalidad infantil en municipios con

  18. Infecciones del tracto genital y urinario como factores de riesgo para parto pretérmino en adolescentes

    OpenAIRE

    Ugalde-Valencia,Diana; Hernández-Juárez,María Guadalupe; Ruiz-Rodríguez,Martha Adriana; Villarreal-Ríos,Enrique

    2012-01-01

    Objetivo: Determinar las infecciones genitourinarias como factores de riesgo para parto pretérmino en adolescentes. Método: Estudio de casos y controles en las Unidades de Medicina Familiar del IMSS Querétaro, periodo octubre 2010 a octubre 2011. Se incluyeron 35 adolescentes con parto pretérmino y 148 con parto a término, mediante muestreo no aleatorio por cuota; se excluyeron aquellas con preeclampsia, eclampsia u otras enfermedades. Los datos se recolectaron del expediente clínico electrón...

  19. Nova formulação de misoprostol sublingual na indução do trabalho de parto New formulation of sublingual misoprostol (25mcg for induction of labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Edson de Lucena Feitosa

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Testar a efetividade e segurança do comprimido sublingual de misoprostol, na dose de 25 mcg a cada seis horas, para indução do parto em gestantes de alto risco internadas em dois hospitais-escola do Nordeste do Brasil. MÉTODOS: Realizou-se um ensaio clínico aberto, não randomizado, incluindo 40 gestantes de alto risco internadas nas Enfermarias de Patologia Obstétrica da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand e Instituto Materno-Infantil de Pernambuco. Todas tinham idade gestacional maior que 37 semanas, feto único com boa vitalidade e escores de Bishop menores ou iguais a 7. Utilizou-se o comprimido de 25 mcg de misoprostol via sublingual, repetindo-se a cada seis horas, até no máximo de quatro doses. A análise estatística foi realizada no programa de domínio público Epi-Info 3.2.2. RESULTADOS: O trabalho de parto foi desencadeado em todas as gestantes. O intervalo entre a primeira dose e o início das contrações foi de 4,8±3,8 horas. O intervalo entre a primeira dose e o parto variou de 8 a 31 horas, com 95% dos partos ocorrendo nas primeiras 24 horas, sendo 75% por via vaginal. Houve necessidade de mais de uma dose de misoprostol em 60% dos casos. A taquissistolia ocorreu em 12,5% das gestantes. Não ocorreram complicações neonatais. CONCLUSÃO: O comprimido sublingual de 25 mcg de misoprostol foi efetivo para desencadeamento do trabalho de parto em gestantes de alto-risco. A eficácia desta nova via deve ser comparada à da via vaginal em futuros estudos clínicos randomizados.OBJECTIVES: To determine effectiveness and safety of sublingual misoprostol in tablets of 25mcg, given every 6 hours for induction of labor in high-risk pregnant women hospitalized in two teaching hospitals in the Northeast of Brazil. METHODS: An open, non-randomized clinical trial was conducted, including 40 women with high-risk pregnancies hospitalized at "Maternidade-Escola Assis Chateaubriand" and "Instituto Materno-Infantil de

  20. Nitroglicerina transdérmica versus nifedipina oral para inibição do trabalho de parto prematuro: ensaio clínico randomizado Transdermal nitroglycerin versus oral nifedipine administration for tocolysis: a randomized clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melania Maria Ramos Amorim

    2009-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a efetividade da nitroglicerina transdérmica com a nifedipina oral na inibição do trabalho de parto prematuro. MÉTODOS: foi realizado um ensaio clínico com 50 mulheres em trabalho de parto prematuro, randomizadas em dois grupos, 24 para nifedipina oral (20 mg e 26 para nitroglicerina transdérmica (patch 10 mg. Foram selecionadas as pacientes com gestação única, entre a 24ª e 34ª semanas e diagnóstico de trabalho de parto prematuro. Foram excluídas pacientes com malformações fetais e com doenças clínicas ou obstétricas. As variáveis analisadas foram tocólise efetiva, tempo necessário para tocólise, frequência de recorrência, progressão para parto prematuro e efeitos colaterais. RESULTADOS: a eficácia da tocólise nas primeiras 12 horas foi semelhante entre os grupos (nitroglicerina: 84,6% versus nifedipina: 87,5%; p=0,5. A média do tempo para tocólise também foi semelhante (6,6 versus 5,8 horas; p=0,3. Não houve diferença entre os grupos quanto à recorrência de parto prematuro (26,9 versus 16,7%; p=0,3 e nem na frequência de parto prematuro dentro de 48 horas (15,4 versus 12,5%; p=0,5. Entretanto, a frequência de cefaleia foi significativamente maior no grupo que usou nitroglicerina (30,8 versus 8,3%; p=0,04. CONCLUSÕES: a nitroglicerina transdérmica apresentou efetividade semelhante à nifedipina oral para inibição do trabalho de parto prematuro nas primeiras 48 horas, porém com maior frequência de cefaleia.PURPOSE: to compare the effectiveness of transdermal nitroglycerin with oral nifedipine in the inhibition of preterm delivery. METHODS: a clinical essay has been performed with 50 women in preterm delivery, randomly divided into two groups, 24 receiving oral nifedipine (20 mg, and 26, transdermal nitroglycerin (10 mg patch. Patients with a single gestation, between the 24th and the 34th weeks and diagnosis of preterm delivery were selected. Women with fetal malformation and clinical

  1. Indicadores de cuidados para o corpo que pro-cria: ações de enfermagem no pré-trans e pós-parto - uma contribuição para a prática de enfermagem obstétrica Indicadores de cuidados para el cuerpo que procrea: acciones de enfermería en el pre, trans y post-parto - una contribuición para la práctica del oficio de enfermero en obstetricia Care indicators for the body that procreates: nursing actions before, during and after delivery - a contribution to obstetrical nursing practice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nébia Maria Almeida de Figueirêdo

    2004-12-01

    Full Text Available Este estudo é o resultado de dinâmicas entendidas como Cenas de Produção Estética feitas com 28 profissionais de ensino e de serviços de enfermagem para responder a questão: o que se produz sobre o corpo em trabalho de parto quando cuidamos dele no pré, trans e pós - parto? Os objetivos do estudo, que é de natureza qualitativa, foram identificar e discutir as ações nestes momentos em que o corpo da mulher dá origem a uma outra vida. Três categorias surgiram como resultado: 1 O cuidado do corpo em trabalho de parto a (indevida invasão e a violência velada; 2 O (descuidado do corpo que (expulsa outro corpo a invasão e a violência mostrada; 3 O (descuidado do corpo vazio: "cansaço e solidão" "a violência do abandono". Estas categorias apontam que existem cuidados para esta clientela como cuidados para a saúde os quais devem evitar a violência sobre o corpo da mulher em processo de parto.Este estudio es el resultado de dinámicas comprendidas como Escenas de Producción Estética hechas con 28 profesionales de la enseñanza y de servicios de enfermería para responder a la cuestión: ¿Lo qué se produce sobre el cuerpo en trabajo de parto cuando prestamos cuidados antes, durante y tras el parto? Los objetivos del estudio, del tipo cualitativo, fueron identificar y discutir las acciones en estos momentos en que el cuerpo de la mujer da origen a una otra vida. Tres categorías surgieron como resultado: 1. El cuidado del cuerpo en trabajo de parto: la (indebida invasión y la violencia velada; 2. El (descuidado del cuerpo que (expulsa otro cuerpo: la invasión y la violencia mostrada; 3. El (descuidado del cuerpo vacío: "cansancio y soledad" "La violencia del abandono". Estas categorías apuntan que existen cuidados a la salud de esta clientela, que deben evitar la violencia sobre el cuerpo de la mujer en proceso del parto.This study results from dynamics seen as Scenes of Esthetical Production, which were accomplished with 28

  2. Consulta preanalgésica del parto: un proyecto hecho realidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V. Aceña Fabian

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: el objetivo del presente estudio es dar a conocer la estrategia seguida en el Hospital Universitario Puerto Real para crear una consulta preanalgésica del parto con el fin de dar respuesta a los derechos de la embarazada a recibir una adecuada analgesia durante el trabajo del parto, cumpliendo la Ley 41/2002 Reguladora de la autonomía del paciente y de derechos y obligaciones en materia de información y documentación clínica. Valorar la situación en el resto de los hospitales andaluces. Material y método: analizamos los retos y dificultades que se plantearon en su momento y la estrategia para la creación de esta consulta. Las cuestiones que se plantearon fueron: ¿en qué momento de la gestación deberían acudir las gestantes? ¿Qué necesidades de personal y formación de personal supondría la creación de esta consulta? ¿Dónde se ubicaría la consulta? ¿Qué material didáctico sería necesario para informar adecuadamente a nuestras gestantes? Para determinar cómo se había dado respuesta a la analgesia del parto y la aplicación de la Ley 41/2002 en el resto de los hospitales andaluces realizamos una encuesta telefónica. Resultados: la consulta de preanalgesia para el parto comenzó en nuestro hospital en febrero del año 2007. Se de-sarrollaron cursos de formación para el personal de paritorio. La consulta se realiza en la semana 20 de gestación haciéndola coincidir con la ecografía que realiza el Servicio de Ginecología en la semana 20. El personal asignado es una auxiliar de enfermería y el anestesiólogo de guardia asignado a paritorio. La consulta se ubica en una sala en el Hospital de Día con capacidad suficiente para 12 personas, donde se imparte una charla y se proyecta un vídeo informativo. Posteriormente se hace una valoración individualizada, se cumplimenta y firma el consentimiento informado. Desde la creación de la consulta de preanalgesia del parto han sido citadas en la consulta 12

  3. Desempenho das competências obstétricas na admissão e evolução do trabalho de parto: atuação do profissional de saúde Desempeño de las competencias obstétricas en la admisión y evolución del trabajo de parto: actuación del equipo de salud Performance of obstetrical competences upon admission and during labor: performance of the health team

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Maria Geromel Dotto

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar os profissionais de saúde e suas competências no atendimento às parturientes no momento de admissão na maternidade e durante a evolução do trabalho de parto e discutir as competências da equipe de enfermagem nesse atendimento. Foi realizado nas duas maternidades de Rio Branco-AC. A coleta de dados foi realizada em julho de 2005, por meio de observações das competências essenciais em obstetrícia desenvolvidas pelos profissionais de saúde. A estatística descritiva e o teste exato de Fisher foram usados para análise dos dados. Os resultados evidenciaram que os profissionais de enfermagem de nível médio e médicos atuam na admissão e no trabalho de parto. O estudo revela que as instituições apresentam modelos diferenciados quanto a quem cabe a responsabilidade da execução de determinadas competências na atenção à parturiente, não priorizam a qualificação profissional para a assistência à mulher no trabalho de parto.La finalidad de este estudio fue identificar los profesionales de salud y sus competencias en la atención a las parturientes cuando de su admisión en la maternidad y durante la evolución del trabajo de parto; y discutir las competencias del equipo de enfermería en la atención a las parturientes cuando de su admisión en la maternidad y durante la evolución del trabajo de parto. Fue realizado en las dos maternidades del municipio de Rio Branco, Brasil. La recolecta de datos fue realizada en julio de 2005, mediante observaciones sistemáticas de las competencias esenciales en obstetricia desarrolladas por los profesionales de salud. La estadística descriptiva y el teste exacto de Fisher fueron usados para análisis de los datos. Los resultados evidenciaron que los profesionales de enfermería de nivel secundario y médicos actúan en la admisión y en el trabajo de parto. El estudio revela que las instituciones presentan distintos modelos en cuanto a quien es

  4. Prova de Trabalho de Parto Após uma Cesárea Anterior The Trial of Labor After one Cesarean Section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iracema de Mattos Paranhos Calderon

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: estudar a validade da prova de trabalho de parto (PTP em gestantes com uma cesárea anterior. Métodos: estudo retrospectivo, tipo coorte, incluindo 438 gestantes com uma cesárea anterior ao parto em estudo e seus 450 recém-nascidos (RN, divididas em dois grupos - com e sem PTP. O tamanho amostral mínimo foi de 121 gestantes/grupo. Considerou-se variável independente a PTP e as dependentes relacionaram-se à ocorrência de parto vaginal e à freqüência de complicações maternas e perinatais. Foram efetuadas análises uni e multivariada, respectivamente. A comparação entre as freqüências (% foi analisada pelo teste do qui-quadrado (chi² com significância de 5% e regressão logística com cálculo do odds ratio (OR e do intervalo de confiança a 95% (IC95%. Resultados: a PTP associou-se a 59,2% de partos vaginais. Foi menos indicada nas gestantes com mais de 40 anos (2,7% vs 6,5% e nas portadoras de doenças associadas e complicações da gravidez: síndromes hipertensivas (7,0% e hemorragias de 3º trimestre (0,3%. A PTP não se relacionou às complicações maternas e perinatais. As gestantes que tiveram o parto por cesárea, independente da PTP, apresentaram maior risco de complicações puerperais (OR = 3,53; IC95% = 1,57-7,93. A taxa de mortalidade perinatal foi dependente do peso do RN e das malformações fetais e não se relacionou à PTP. Ao contrário, as complicações respiratórias foram mais freqüentes nos RN de mães não testadas quanto à PTP (OR = 1,92; IC95% = 1,20-3,07. Conclusões: os resultados comprovaram que a PTP em gestantes com uma cesárea anterior é estratégia segura - favoreceu o parto vaginal em 59,2% dos casos e não interferiu com a morbimortalidade materna e perinatal. Portanto, é recurso que deve ser estimulado.Purpose: to study trial of labor (TOL for vaginal birth after one previous cesarean section. Methods: this is a retrospective cohort study that included 438 pregnant women with

  5. O impacto da depressão pós-parto para a interação mãe-bebê The impact of postpartum depression to mother-child interaction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Delias de Sousa Schwengber

    2003-12-01

    Full Text Available O presente artigo examina algumas questões teóricas e estudos empíricos a respeito do impacto da depressão pós-parto para a interação mãe-bebê. Analisam-se as características da depressão pós-parto e fatores de risco associados à sua ocorrência. Discutem-se, em particular, as repercussões do estado depressivo da mãe para a qualidade da interação com o bebê e, conseqüentemente, para o desenvolvimento posterior da criança. Os estudos revisados sugerem que a depressão pós-parto afeta a qualidade da interação mãe-bebê, especialmente no que se refere ao prejuízo na responsividade materna. Por outro lado, apontam que os efeitos da depressão da mãe na interação com o bebê dependem de uma série de fatores, o que não permite a realização de um prognóstico baseado em fatores isolados.The present article examines some theoretical aspects and empirical studies related to the impact of postpartum depression to mother-child interaction. The characteristics of postpartum depression and the risk factors related to its occurrence are also examined. Furthermore, it discusses the consequences of maternal depressed state to mother-child interaction and to child development. The revised studies suggest that postpartum depression negatively affects the mother-child interaction quality, particularly maternal responsivity. On the other hand, studies show that postpartum depression effects on mother-child interaction depend on various factors, which makes it impossible for us to make predictions based on any isolated factor.

  6. Analgesia de parto: estudo comparativo entre anestesia combinada raquiperidural versus anestesia peridural contínua Analgesia de parto: estudio comparativo entre anestesia combinada raqui-peridural versus anestesia peridural continua Labor analgesia: a comparative study between combined spinal-epidural anesthesia versus continuous epidural anesthesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto de Figueiredo Côrtes

    2007-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O alívio da dor no trabalho de parto tem recebido atenção constante visando ao bem-estar materno, diminuindo o estresse causado pela dor e reduzindo as conseqüências deste sobre o concepto. Inúmeras técnicas podem ser utilizadas para analgesia de parto. Este trabalho teve como objetivo comparar a técnica peridural contínua com a combinada, ambas com o uso de bupivacaína a 0,25% em excesso enantiomérico 50% e fentanil como agentes. MÉTODO: Participaram do estudo 40 parturientes em trabalho de parto com dilatação cervical entre 4 e 5 cm que foram distribuídas em dois grupos iguais de forma aleatória. O Grupo I recebeu anestesia peridural contínua. O Grupo II recebeu anestesia combinada. Foram avaliados: medidas antropométricas, idade gestacional, dilatação cervical, tempo entre o bloqueio e a ausência de dor por meio da escala analógica visual, possibilidade de deambulação, tempo entre o início da analgesia e a dilatação cervical completa, duração do período expulsivo, parâmetros hemodinâmicos maternos e vitalidade do recém-nascido. Possíveis complicações, como depressão respiratória, hipotensão arterial materna, prurido, náuseas e vômitos, também foram observadas. Para a comparação das médias utilizou-se o teste t de Student e para a paridade e tipo de parto utilizou-se o teste do Qui-quadrado. RESULTADOS: Não houve diferença estatística significativa entre os dois grupos em relação ao tempo entre o início da analgesia e a dilatação cervical completa, bem como em relação ao tempo da duração do período expulsivo, incidência de cesariana relacionada com a analgesia, parâmetros hemodinâmicos maternos e vitalidade do recém-nascido. CONCLUSÕES: Ambas as técnicas se mostraram eficazes e seguras para a analgesia do trabalho de parto, embora a técnica combinada tenha proporcionado um rápido e imediato alívio da dor. Estudos clínicos com maior número de casos s

  7. Depressão pós-parto: evidências a partir de dois casos clínicos Postpartum depression: evidence from two clinical cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giana Bitencourt Frizzo

    2010-04-01

    Full Text Available O presente estudo examinou a conjugalidade em duas famílias em que a esposa apresentava depressão pós-parto, com base no Inventário Beck de Depressão e em uma entrevista diagnóstica. Os maridos não apresentavam depressão. Foi utilizado delineamento de estudo de casos para investigar como a conjugalidade era vivenciada nesse contexto. As entrevistas foram realizadas individualmente com ambos membros do casal, tendo sido gravadas e posteriormente transcritas. Os resultados revelaram que a conjugalidade estava sendo experienciadas com dificuldades em ambas as famílias, mas de maneira particular em cada caso, especialmente com relação à comunicação entre o casal e conseqüente estrutura da relação conjugal. Os resultados corroboraram a literatura, que associa a depressão com dificuldades na conjugalidade, mas indicam que há diferentes aspectos que podem ser afetados em cada família.The present study investigated the conjugality in two families in which the wife had postpartum depression, according to the Beck Depression Inventory and a diagnostic interview. The husbands did not have depression. A case-study design was used in order to analyze how conjugality was being experienced in this context. The interviews were individually conducted with both members of the couple. They were audiotaped and transcribed. The results revealed that the conjugality was being experienced with difficulties in both families, but in a particular way in each case, especially regarding the communication between the couple and the structure of the matrimonial relationship. The results corroborated with the literature, which associates the depression with difficulties in the conjugality, but they indicate that there are different aspects that may be affected in each family.

  8. Meningite após técnica combinada para analgesia de parto: relato de caso Meningitis después de técnica combinada para analgesia de parto: relato de caso Meningitis after combined spinal-epidural analgesia for labor: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Escobar Vásquez

    2002-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Meningite é uma complicação grave em anestesia regional, embora rara de ocorrer. O objetivo deste relato é mostrar um caso de uma paciente que evoluiu com meningite após realização de analgesia de parto pela técnica combinada (raqui-peridural com dupla punção. RELATO DO CASO: Paciente com 25 anos, segunda gestação e cesariana anterior, em trabalho de parto. Foi realizada analgesia de parto pela técnica combinada (raqui-peridural com dupla punção. Após 24 horas apresentou cefaléia em repouso, picos de hipertermia, calafrios discretos, que regrediram com medicação sintomática. No 5º dia a cefaléia piorou. No 10º dia surgiram vômitos e dor na nuca. No 13º dia os sintomas tornaram-se mais intensos. Foi realizada punção lombar. A história clínica e o exame do líquor foram compatíveis com meningite bacteriana. CONCLUSÕES: A técnica combinada (raqui-peridural para analgesia do parto está próxima do ideal. Cuidados com a técnica de anti-sepsia são necessários para realização de bloqueios espinhais. A complicação apresentada ocorreu sem a aparente falha na realização da técnica, sendo uma questão que é inerente ao risco-benefício que a técnica proporciona.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Meningitis es una complicación grave en anestesia regional, no obstante, rara de ocurrir. El objetivo de este relato es mostrar un caso de una paciente que evolucionó con meningitis después de realización de analgesia de parto por la técnica combinada (raqui-peridural con dupla punción. RELATO DEL CASO: Paciente con 25 anos, segunda gestación y cesariana anterior, en trabajo de parto. Fue realizada analgesia de parto por la técnica combinada (raqui-peridural con dupla punción. Después de 24 horas presentó cefalea en reposo, picos de hipertermia, calofríos discretos, que mejoraron con medicación sintomática. En el 5º día la cefalea peoró. En el 10º día surgieron vómitos y dolor en la

  9. Suplementação com gordura protegida para vacas de corte desmamadas precocemente mantidas em pastagem natural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.F. Silveira

    2014-06-01

    Full Text Available Avaliaram-se os desempenhos produtivo e reprodutivo de vacas de corte, bem como o desempenho de seus bezerros, de acordo com os tratamentos alimentares: PRE: suplementação com gordura protegida (GP 45 dias antes do parto; PREPOS: suplementação com GP 45 dias antes do parto e 63 dias pós-parto; POS: suplementação com GP 63 dias pós-parto; PN: sem suplementação. O desempenho produtivo das vacas não foi influenciado pelo manejo alimentar (P>0,05, exceto para o escore da condição corporal (ECC no final do período de acasalamento, que foi mais baixo para as vacas do PRE e do PREPOS, sendo que esta última apresentou ECC semelhante ao das vacas do POS e do PN. O intervalo entre partos foi menor para as vacas do tratamento PREPOS - 376 dias -, não diferindo das vacas do PN - 383 dias. As vacas do PREPOS desmamaram 4,4% mais quilos de bezerro para cada 100kg de vaca ao parto - 22,6kg - do que as vacas do PRE e do POS - 21,6kg e 21,6kg, respectivamente - e 8,4% mais quilos de bezerro para cada 100kg de vaca ao parto do que as vacas mantidas em pastagem nativa - 20,7kg. A suplementação com gordura protegida durante os períodos pré e/ou pós-parto não afeta o desempenho de vacas e bezerros.

  10. Prediction of prolonged pregnancy in nulliparous women by transvaginal ultrasonographic measurement of cervical length at 20-24 weeks and 37 weeks.

    Science.gov (United States)

    Suh, Young Hoon; Park, Kyo Hoon; Hong, Joon-Seok; Noh, Jae Hong

    2007-02-01

    This study was done to evaluate transvaginal ultrasonographic measurement of cervical length at 20 to 24 weeks and 37 weeks as a predictor of prolonged pregnancy (defined as a pregnancy that extended beyond 41+2 weeks of gestation [289 days]) in nulliparous women. This prospective observational study enrolled 149 consecutive nulliparous women with singleton gestation at 37 weeks. Cervical length was measured by transvaginal ultrasonography at 20 to 24 weeks and 37 weeks. Cervical length at 37 weeks, but not at 20 to 24 weeks, was significantly longer in women delivered at >41+2 weeks than in those delivered at prolonged pregnancy was 30 mm, with a sensitivity of 78% and a specificity of 62%. Cervical length assessed by transvaginal ultrasonography at 37 weeks can predict the likelihood of prolonged pregnancy in nulliparous women. However, there is no association between cervical length at 20 to 24 weeks and the occurrence of prolonged pregnancy.

  11. Parir en casa, parir en el hospital. Algunas dimensiones para el análisis de los lugares del parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Belén Castrillo

    2015-12-01

    Full Text Available En una investigación doctoral sobre la intervención médica en el proceso de embarazo, parto y puerperio, resulta relevante preguntarnos por la espacialidad del parto, de su atención/asistencia, por los actores involucrados y por las dinámicas diversas que generan y son generadas por los distintos lugares en los que sucede. En estas líneas reflexionaremos sobre los lugares del parto, poniendo el énfasis en el que propone e impone el modelo médico hegemónico en salud, el hospital, y la “alternativa” que supone el parto en casa, retomando los aportes de la perspectiva geográfica.

  12. Management of vesicovaginal fistula: An experience of 52 cases with a rationalized algorithm for choosing the transvaginal or transabdominal approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rakesh Kapoor

    2007-01-01

    Full Text Available Purpose: We aim to present our experience for the repair of vesicovaginal fistula (VVF with special reference to surgical approach. Materials and Methods: From January 1999 to June 2005, 52 VVF patients with mean age of 32 years underwent operative treatment. Fistulas were divided into two groups, simple and complex, depending on site, size, etiology and associated anomalies. Simple VVFs were approached through the vaginal route and complex VVFs via the transabdominal route. Patients were evaluated at two to three weeks initially, three-monthly twice and later depending on symptoms. Results: Thirty-two (61.5% had simple fistulas and 20 (38.5% complex fistulas. The most common etiology was obstetric trauma in 31 (59.6% patients, while the second most common cause was post hysterectomy VVF. Thirty-two (61.5% patients were managed by transvaginal route, of which 17 had supratrigonal and 15 trigonal fistulas. Twenty (38.5% patients with complex fistulas were managed by abdominal route. The mean blood loss, postoperative pain and mean hospital stay were shorter in transvaginal repair. Eleven (21.2% patients required ancillary procedures for various other associated anomalies at the time of fistula repair. Three patients failed repair giving a success rate of 94.2%. At a mean follow-up of three years 48 women were sexually active, of these 10 (19.2% complained of mild to moderate dyspareunia. Conclusion: Most of the simple fistulas irrespective their locations are easily accessible transvaginally while in complex fistulas we recommend the transabdominal approach. Depending on the clinical context both the approaches achieved comparable success rates.

  13. Development of Transvaginal Uterus Amputation Device for Laparoscopic Hysterectomies in Gynecologic Surgeries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Serkan DİKİCİ

    2015-01-01

    Full Text Available Hysterectomy, that is removal of uterus, is one of the most common major operations in gynecologic surgeries. Laparoscopy technique is preferred in hysterectomy because of its advantages such as lower intra-operative blood loss, decreased surrounding tissue/organ damage, less operating time, lower postoperative infection and frequency of fever, shorter duration of hospitalization and post-operative returning time to normal activity. During total laparoscopic hysterectomy, first uterine vessels and ligaments are cauterized respectively, and then cervicovaginal connections are cauterized and coagulated to remove uterus completely. Uterine manipulators are used during laparoscopy to maximize the endoscopic vision of surgeons by moving related organs. However, conventional uterine manipulators have important drawbacks particularly to move uterus in three dimensions and to show cervicovaginal landmark during laparoscopic circular cauterization and amputation of the uterine cervix. A new transvaginal uterine manipulator may overcome these two important drawbacks of these currently available devices. For this reason, a3D scanned technique was used to get uterus sizes and computer aided design software is used in designing of the new manipulator and then 3D printer was used in prototyping. Special light emitting diodes (LEDs were mounted on the cervical cap of the manipulator to guide light beams from inside of cervicovaginal tissue to abdominal cavity to facilitate the visualization of tissue landmarks. Moreover, performances of different caps and LED systems will be evaluated. Furthermore, after integration of self-cutting and self-suturing mechanisms into our system, final prototype will be produced by using titanium which is biologically and mechanically appropriate. Therefore, aim of this study was to design and produce a new uterine manipulator with three dimensional movements, LED illumination, self-cutting and self-suturing systems to facilitate

  14. Persistence of microbial contamination on transvaginal ultrasound probes despite low-level disinfection procedure.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fatima M'Zali

    Full Text Available AIM OF THE STUDY: In many countries, Low Level Disinfection (LLD of covered transvaginal ultrasound probes is recommended between patients' examinations. The aim of this study was to evaluate the antimicrobial efficacy of LLD under routine conditions on a range of microorganisms. MATERIALS AND METHODS: Samples were taken over a six month period in a private French Radiology Center. 300 specimens derived from endovaginal ultrasound probes were analyzed after disinfection of the probe with wipes impregnated with a quaternary ammonium compound and chlorhexidine. Human papillomavirus (HPV was sought in the first set of s100 samples, Chlamydia trachomatis and mycoplasmas were searched in the second set of 100 samples, bacteria and fungi in the third 100 set samples. HPV, C. trachomatis and mycoplasmas were detected by PCR amplification. PCR positive samples were subjected to a nuclease treatment before an additional PCR assay to assess the likely viable microorganisms. Bacteria and fungi were investigated by conventional methods. RESULTS: A substantial persistence of microorganisms was observed on the disinfected probes: HPV DNA was found on 13% of the samples and 7% in nuclease-resistant form. C. trachomatis DNA was detected on 20% of the probes by primary PCR but only 2% after nuclease treatment, while mycoplasma DNA was amplified in 8% and 4%, respectively. Commensal and/or environmental bacterial flora was present on 86% of the probes, occasionally in mixed culture, and at various levels (10->3000 CFU/probe; Staphylococcus aureus was cultured from 4% of the probes (10-560 CFU/probe. No fungi were isolated. CONCLUSION: Our findings raise concerns about the efficacy of impregnated towels as a sole mean for disinfection of ultrasound probes. Although the ultrasound probes are used with disposable covers, our results highlight the potential risk of cross contamination between patients during ultrasound examination and emphasize the need for reviewing

  15. Preparación psicofísica para el parto: seguridad y satisfacción a las gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlene Vidal Martí

    2012-02-01

    Full Text Available Fundamento: el trabajo de parto es un reto fisiológico y psicológico para las mujeres. El momento en que el parto se hace inminente puede ser de emociones conflictivas, el miedo y la aprehensión pueden coincidir con la excitación y la felicidad. Objetivo: determinar la seguridad y satisfacción de las gestantes al recibir el curso básico sobre la preparación psicofísica para el parto. Métodos: estudio descriptivo, longitudinal y prospectivo realizado en el Hogar Materno Área II, con el universo de 113 embarazadas ingresadas en el período de febrero 2008 a mayo 2009, las cuales recibieron el curso básico sobre preparación psicofísica para el parto. Se analizaron las variables: edad gestacional, paridad, conocimientos previos sobre psicoprofilaxis y conocimientos alcanzados después de finalizada las sesiones, grado de seguridad y satisfacción de las embarazadas durante la labor del parto. Resultados: predominó la edad gestacional de  29-35 semanas (48,6 %, el nivel de escolaridad de pre-universitario (47,8 %. Al iniciar el curso no tenía conocimientos el 68,5 %; al finalizar el curso refirió haberse capacitado el 87,7 %; después del parto, 96,4 % se sienten seguras y satisfechas de haber recibido clases. Conclusiones: el curso de preparación psicofísica para el parto brindó seguridad y satisfacción a la gestante durante el embarazo y el parto

  16. MORTALIDADE PERINATAL EM GESTANTES DE ALTO RISCO EM UM HOSPITAL TERCIÁRIO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Alves Ferreira Silva

    2014-03-01

    Full Text Available Introdução: A mortalidade perinatal, é um importante indicador de qualidade da atenção médica à gestante e ao recém-nascido. Esse estudo teve como objetivo identificar possíveis causas de mortalidade perinatal em gestantes de alto risco em um hospital terciário de Porto Velho, Rondônia. Metodologia: Realizou-se um estudo transversal descritivo de julho a dezembro de 2010, sendo a amostra composta por 48 gestantes considerando período gestacional de 22 semanas ou mais. Os dados secundários foram coletados de prontuários. Foram analisadas as seguintes variáveis: tipo e evolução do parto, indicadores obstétricos e evolução clínica dos recém-nascidos. Resultados: A taxa de mortalidade perinatal foi de 35,68/1000. A maioria dos partos ocorreu em ambiente hospitalar. 28 (60,9% partos ocorreram por via vaginal, a faixa etária variou entre 15 e 43 anos. Em relação à duração da gestação, 36,2% das gestantes se encontravam entre 32 a 37 semanas. Quanto às consultas pré-natais, a maiorias das gestantes realizaram entre 3 e 4 consultas, 42,3%. Os diagnósticos maternos mais comuns foram infecção urinária (22,9% e trabalho de parto prematuro (22,9%. Em relação ao diagnóstico dos produtos, 47,9% eram natimortos e 20,8% apresentaram mal formação congênita. Conclusão: A taxa de mortalidade perinatal é elevada quando comparada com instituições similares. Infecção urinária e parto prematuro foram às causas mais frequentes de mortalidade perinatal, seguidas por eclampsia e coriamnionite.

  17. To study the correlation between endometrial thickness on transvaginal sonography and endometrial histopathology in women with postmenopausal bleeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leena Chaudhari

    2016-05-01

    Conclusions: Postmenopausal bleeding, should always be taken seriously, no matter how minimal or nonpersistent it is, because though majority of causes underlying postmenopausal bleeding are benign, endometrial carcinoma may be seen in around 10% cases. So, patients with PMB must undergo thorough evaluation by endometrial sampling which cannot be replaced by transvaginal sonography which though has more sensitivity to detect endometrial thickening, at the same time, has low specificity for detection of malignancy. [Int J Reprod Contracept Obstet Gynecol 2016; 5(5.000: 1309-1315

  18. Parto prematuro de adolescentes: influência de fatores sociodemográficos e reprodutivos, Espírito Santo, 2007 Parto prematuro en adolescentes: la influencia de variables sociodemográficas y reproductivas, espírito santo, 2007 Premature childbirth in adolescents: influences of sociodemographic and reproductive factors, espírito santo, 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Rocha Araújo Nader

    2010-06-01

    Full Text Available A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública, podendo trazer consequências negativas para a adolescente, sua família e para o concepto/recém-nascido. Objetivos: Identificar diferenças entre as características sociodemográficas e reprodutivas das mães adolescentes com parto a termo e com parto pré-termo, no Espírito Santo em 2007. Metodologia: Estudo retrospectivo quantitativo. Os dados foram coletados no Sistema de Informação de Nascidos Vivos, sendo realizada análise descritiva de 9.841 Declarações de Nascidos Vivos. A relação entre a variável dependente (termo e fatores foi testada pelo teste exato de Fisher, com á=0,05. Os resultados evidenciaram que as diferenças nas características das mães adolescentes com parto a termo e pré-termo ocorreram nas seguintes variáveis: idade entre 10 a 14 anos (p=0,016, estado civil casada (p=0,014, número de consultas pré-natais quando insuficientes (p=0,000 e gestação dupla (p=0,000. Houve maior incidência de partos prematuros no Sistema Único de Saúde (p=0,000.El embarazo en la adolescência es un problema de salud pública, que puede traer consecuencias negativas para la adolescente, su familia y para el concepto/recién-nacido. Objetivos: Identificar las diferencias entre las características sociodemográficas y reproductivas de las madres adolescentes con parto a término y con parto pre-término, en Espírito Santo en 2007. Metodología: Estudio retrospectivo cuantitativo. Los datos fueron recolectados en el Sistema de Información de Nascidos Vivos, siendo realizado un análisis descriptivo de 9.841 declaraciones de nacidos vivos. La relación entre la variable dependiente (término y factores fue probada mediante la prueba de probabilidad exacta de Fisher, con á=0,05. Los resultados evidenciaron que las diferencias en las características de las madres adolescentes con parto a término y parto pre-término se dieron bajo las siguientes variables: edad

  19. Desigualdades raciais, sociodemográficas e na assistência ao pré-natal e ao parto, 1999-2001

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Leal

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as desigualdades sociais e no acesso e utilização dos serviços de saúde em relação à cor da pele em amostra representativa de puérperas que demandaram atenção hospitalar ao parto. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal, realizado no Município do Rio de Janeiro, no qual foram amostradas 9.633 puérperas, sendo 5.002 brancas (51,9%, 2.796 pardas (29,0% e 1.835 negras (19,0%, oriundas de maternidades públicas, conveniadas com o Sistema Único de Saúde e particulares no período de 1999 a 2001. Os dados foram coletados de prontuários médicos e por entrevistas com as mães no pós-parto imediato, aplicando questionários padronizados. Foram utilizados os testes de chi² para analisar a homogeneidade das proporções e t de Student para comparação de médias. A análise foi estratificada segundo o grau de instrução materna. RESULTADOS: Observou-se persistente situação desfavorável das mulheres de pele preta e parda em relação às brancas. Nas mulheres pretas e pardas são maiores as proporções de puérperas adolescentes, com baixa escolaridade, sem trabalho remunerado e vivendo sem companheiro. Sofrer agressão física, fumar, tentar interromper a gravidez e peregrinar em busca de atenção médica foram mais freqüentes nas negras seguidas das pardas e das brancas com baixa escolaridade. O grupo de elevado nível de escolaridade tem melhores indicadores, mas repete o mesmo padrão. Esse gradiente se mantém, em sentido inverso, quanto à satisfação com a assistência prestada no pré-natal e no parto. Constata-se a existência de duas formas de discriminação, por nível educacional e cor da pele. CONCLUSÕES: Verificaram-se dois níveis de discriminação, a educacional e a racial, que perpassam a esfera da atenção oferecida pelos serviços de saúde à população de puérperas do Município do Rio de Janeiro.

  20. Contagem de células somáticas no leite de vacas suplementadas no pré-parto com selênio e vitamina E

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paschoal Juliana Jorge

    2006-01-01

    Full Text Available O selênio e a vitamina E são antioxidantes importantes na defesa de células e tecidos e atuam diretamente na manutenção da saúde do úbere, influenciando a contagem de células somáticas, indicador no leite da mastite. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da suplementação do selênio e da vitamina E sobre a contagem de células somáticas no leite de vacas da raça holandesa, durante o período das águas. Oitenta animais foram distribuídos em quatro tratamentos: controle; suplementação com 2,5mg Se dia-1; suplementação com 1000 UI vit. E dia-1 e suplementação com 2,5mg Se + 1000 UI vit. E dia-1. A suplementação foi iniciada 30 dias antes da provável data de parição, prolongando-se até o parto. Amostras do volumoso e do concentrado foram colhidas, quinzenalmente, para análise bromatológica completa e levantamento dos níveis de selênio. O sangue foi colhido antes do início da suplementação, no parto, 30 e 60 dias após o parto, para determinação dos níveis de Se no soro sangüíneo das vacas. O leite foi colhido semanalmente para determinação da contagem de células somáticas (CCS. O período de colheita iniciou-se logo após o período colostral, prolongando-se até a décima segunda semana de lactação. Um mês após a suplementação, as vacas que receberam selênio apresentaram níveis séricos superiores (P0,05 a CCS nas doze primeiras semanas de lactação e não foi encontrado efeito de interação entre os dois elementos.

  1. Tema atención al parto de la asignatura Salud Pública

    OpenAIRE

    2014-01-01

    Descripción de la Atención al Parto en España. Diferencias con otros países. Descripción de los protocolos de actuación y de las recomendaciones de la OMS y del Plan Nacional de Atención al parto. Prácticas innecesarias. Manejo del dolor; métodos farmacológicos u otros. Estadísticas de episiotomía. Estado actual del número de cesáreas en los hospitales públicos y privados españoles. Riesgo de la cesárea. Cesáreas respetuosas. Lactancia materna a demanda, recomendaciones de la OMS y de la Asoc...

  2. Efecto del número de parto sobre los principales indicadores reproductivos de las cerdas

    OpenAIRE

    Gerardo Ordaz-Ochoa; Aureliano Juárez-Caratachea; Antonio García-Valladares; Rosa Elena Pérez-Sánchez; Ruy Ortiz-Rodríguez

    2013-01-01

    Se evaluó el desempeño reproductivo de cerdas con diferente genotipo: líneas genéticas, razas y cruces, a través del número de parto (NP). Para ello, se utilizaron 11639 partos ocurridos entre enero 2011 y diciembre 2012. La información procedió de tres granjas localizadas en la región de La Piedad, Mi- choacán, México. Se evaluó: tamaño de camada (TC), lecho- nes nacidos vivos (NV), lechones destetados (LD) e intervalo destete-estro (IDE), independientemente de las granjas. La in- formació...

  3. Prevalência da depressão pós-parto e fatores associados Prevalence of postpartum depression and associated factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inácia Gomes da Silva Moraes

    2006-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência e os fatores associados à depressão pós-parto. MÉTODOS: O estudo foi realizado na cidade de Pelotas, entre outubro e novembro de 2000. As mães (n=410 foram entrevistadas no hospital, utilizando dois questionários sobre informações obstétricas e psicossociais. Posteriormente, as puérperas foram visitadas em casa, entre 30 a 45 dias depois do parto, quando foi aplicada a Escala de Hamilton com o objetivo de medir e caracterizar a presença de sintomas depressivos. O teste do qui-quadrado foi utilizado na comparação entre proporções e a regressão logística não condicional, na análise multivariada. Os dados foram analisados hierarquicamente: no primeiro nível as variáveis socioeconômicas, no segundo, as variáveis demográficas, no terceiro, estavam as variáveis obstétricas e no último nível, as variáveis psicossociais. RESULTADOS: A prevalência de depressão pós-parto encontrada foi de 19,1%. As variáveis renda familiar (OR=5,24; IC 95%: 2,00-13,69, preferência pelo sexo da criança (meninos: OR=3,49; IC 95%: 1,76-6,93 e pensar em interromper a gestação (OR=2,52; IC 95%: 1,33-4,76, apresentaram associação com a ocorrência de depressão. CONCLUSÕES: Os achados sugerem que baixas condições socioeconômicas de vida da puérpera e a não aceitação da gravidez são elementos-chave no desenvolvimento da depressão pós-parto.OBJECTIVE: To assess the prevalence of postpartum depression and associated factors. METHODS: The study was carried out in Pelotas, a city in the Southern region of Brazil, between October and November 2000. Mothers (n=410 were interviewed in the hospital using two questionnaires on obstetric and psychosocial data. Later, these mothers were visited at home, within 30 to 45 days after delivery. Occurrence of postpartum depressive symptoms was assessed by the Hamilton Scale for Depression. Chi-square test was used for comparison between proportions and non

  4. Relación entre la Enfermedad Periodontal y Parto Prematuro

    OpenAIRE

    2013-01-01

    Entender la posible relación entre una enfermedad infecciosa local muchas veces subliminar como la enfermedad periodontal y una de las complicaciones más frecuentes del embarazo como es el parto prematuro. También se intentan describir los mecanismos de esta interacción y si el tratamiento de la EP reduce el PP. Finalmente resaltar la importancia de la salud oral y especialmente periodontal en la salud istémica del individuo.

  5. Prevenção e Tratamento da Hemorragia Pós-Parto

    OpenAIRE

    Assis Ramos, L; Valadares, S; Videira, A.; Soares,C.; Dâmaso, J

    2002-01-01

    A hemorragia pós-parto (HPP) continua nos dias de hoje a ser uma complicação obstétrica frequente com elevada morbilidade e mortalidade materna. Os autores fizeram uma revisão do método de avaliação rápida e aplicação de terapêutica médica, cirúrgica e radiológica na HPP.

  6. Enfermedad periodontal como factor de riesgo en enfermedad cardiovascular y parto pretérmino

    OpenAIRE

    Munayco Magallanes, Américo; Navarro Rodríguez, Maggie

    2005-01-01

    La medicina periodontal estudia la contribución de la enfermedad periodontal a enfermedades sistémicas como la enfermedad cardiovascular y parto pretérmino. Este estudio se realizó en el Instituto Especializado Materno Perinatal (IEMP) en Lima, Perú, el cual registra anualmente entre 15.000 a 20,000 nacidos vivos, donde se concentra gran número de pacientes de alto riesgo obstétrico.

  7. Avaliação da testagem anti-HIV no pré-natal e na assistência ao parto no Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Marcondes Gomes

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Objetivos: avaliar a testagem anti-HIV durante a assistência pré-natal e ao parto no Sistema Único de Saúde. Métodos: estudo transversal conduzido em 2009 em 15 maternidades no Rio de Janeiro, sendo entrevistada amostra representativa de 835 parturientes e observados prontuários. Para avaliação da adequação da testagem anti-HIV foi elaborado um modelo lógico. Resultados: segundo informação das parturientes, 86,7% dispunham de sorologia não reagente do pré-natal e 55,7% foram submetidas ao teste rápido anti-HIV no hospital; em 49,9% dos casos o procedimento relativo ao teste rápido anti-HIV no hospital foi considerado adequado: mães com status ignorado de HIV do pré-natal submetidas ao teste rápido e mães com status conhecido não submetidas ao mesmo. Segundo dados do prontuário, 68,0% dispunham de sorologia não reagente e 79,6% foram submetidas ao teste rápido anti-HIV; em 50,9% dos casos o procedimento relativo ao teste rápido anti- HIV no hospital foi adequado. Conclusões: o protocolo de exames anti-HIV no pré-natal e na maternidade, vigentes em 2009, não foram cumpridos a contento, tanto por gerar procedimentos desnecessários quanto falhas na testagem da população alvo, ameaçando a instituição oportuna de medidas profiláticas de controle da transmissão vertical.

  8. Cuidados humanizados: a inserção de enfermeiras obstétricas em um hospital de ensino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Marien Knupp Medeiros

    Full Text Available RESUMO Objetivo: analisar a assistência prestada em uma unidade de Pré-parto/Parto/Pós-parto (PPP de um hospital de ensino após a inserção de enfermeiras obstétricas. Método: estudo transversal, realizado em uma unidade de PPP de um hospital de ensino da capital do estado de Mato Grosso. A amostra foi composta por dados relativos a 701 partos normais ocorridos entre os anos de 2014 e 2016. Os dados foram organizados com uso do software Excel e analisados no Epi Info versão 7. Resultados: os resultados sugerem que a inserção das enfermeiras obstétricas contribuiu para a qualificação do cuidado prestado ao parto e ao nascimento, uma vez que ocorreu a redução de intervenções, tais como a episiotomia e as cesarianas, havendo o incentivo ao uso de práticas que não interferem na fisiologia do processo parturitivo, gerando bons resultados perinatais. Conclusão: a inserção dessas enfermeiras colaborou com a humanização do cuidado obstétrico e neonatal.

  9. Paternidade no contexto da depressão pós-parto materna: revisando a literatura Fatherhood in the context of maternal postpartum depression: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milena da Rosa Silva

    2009-04-01

    Full Text Available Esta revisão da literatura examina os achados de estudos recentes a respeito da paternidade no contexto da depressão pós-parto materna. Os estudos sobre este tema demonstram forte associação negativa entre depressão pós-parto materna e qualidade do relacionamento conjugal, apoio emocional oferecido pelo pai e seu envolvimento nos cuidados do bebê e no trabalho doméstico. Também têm mostrado que o pai pode diminuir o impacto da depressão materna sobre os filhos, caso mostre-se envolvido e mentalmente saudável, embora sejam raros os estudos descrevendo o modo como se dá a participação do pai nestas famílias. A literatura aponta, ainda, que os maridos de mulheres com depressão encontram-se em situação de risco para o desenvolvimento de psicopatologias, o que sugere que as intervenções clínicas neste contexto devem focalizar também as relações familiares.The literature review examines the findings of recent studies regarding fatherhood in the context of maternal postpartum depression. The studies on this theme demonstrate strong negative association between maternal postpartum depression and the quality of marital relationship, emotional support offered by the father and his involvement in taking care of the baby and in domestic work. They have also shown that the father can reduce the impact of maternal depression on children if he is involved and mentally healthy, although there are few studies describing how fathers participate in these families. The literature also shows that husbands of depressive women are in a risk situation for the development of psychopathology, suggesting that the clinical interventions in this context should also focus on family relationships.

  10. A participação do pai como acompanhante da mulher no parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Rosa Indriunas Perdomini

    2011-01-01

    Full Text Available Se trata de un estudio de caso, de carácter cualitativo, con el objetivo de conocer la participación del padre como acompañante de la mujer durante el parto. Participaron del estudio veinticuatro padres que estuvieron presentes durante el trabajo de parto y en el parto de sus compañeras, en el Hospital de Clínicas de Porto Alegre-RS. Las informaciones, colectadas por medio de observación participante y entrevista semi-estructurada, se examinaron a través del análisis de contenido temático. El tema encontrado: la experiencia de ser acompañante, se refiere a la presencia y el significado de la experiencia de vivir el nacimiento del hijo. Los hallazgos del estudio revelaron que los padres entienden que estar presente, dar cariño y usar palabras de apoyo hacen parte del rol de ser acompañante en ese momento. Los padres creen que la experiencia de vivir el nacimiento del su hijo, independiente del número de nacimientos ya acompañados por ellos, es una experiencia única, un momento inexplicable.

  11. FACTORES AMBIENTALES Y GENÉTICOS RELACIONADOS CON EL INTERVALO ENTRE PARTOS EN LA RAZA ROMOSINUANO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Ossa S

    2006-12-01

    Full Text Available Objetivo. Estudiar los factores ambientales y genéticos que influyeron sobre el intervalo entre partosde hembras romosinuano. Materiales y métodos. Se analizaron retrospectivamente 1.911 registroslos intervalos entre partos de las vacas de la raza Romosinuano del Centro de InvestigacionesTuripaná de CORPOICA, Cereté, Córdoba, desde el año de 1980 hasta el año 2003. Para elestudio de los factores ambientales se utilizó el método de los cuadrados mínimos mediante elprocedimiento PROC GLM de SAS. Resultados. La media estimada para el intervalo entre partosfue de 433,60 ± 3,69 días, con una desviación estándar de 139,18 días y un coeficiente devariación de 32,10%. La heredabilidad estimada a través de los componentes de varianza delmétodo MTDFREML fue de 0,05 ± 0,04. Conclusión. El análisis de varianza reveló que el año, elmes de nacimiento y el número de partos, fueron causas estadísticamente significativas de variacióndel intervalo entre partos.

  12. Metabólitos sanguíneos de vacas de corte suplementadas ou não com sais de cálcio de ácidos graxos durante o período pré e/ou pós-parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.F. Silveira

    2012-12-01

    Full Text Available Avaliou-se a concentração de metabólitos sanguíneos de vacas de corte mantidas em pastagem natural recebendo suplementação com sais de cálcio de ácidos graxos (SCAG durante 45 dias antes do parto (PRE, suplementação com SCAG durante 45 dias antes do parto e 63 dias pós-parto (PREPOS, suplementação com SCAG durante 63 dias pós-parto (POS e de vacas não suplementadas (PN. As coletas de sangue foram realizadas em média 64 dias antes do parto, e aos 21, 42 e 63 dias pós-parto. Não ocorreu interação significativa entre tratamentos e períodos. As concentrações plasmáticas de β-hidroxibutirato (βHB, triglicerídeos (TRIG, colesterol, glicose e ureia não foram afetadas significativamente pela suplementação de gordura protegida. A análise de regressão mostrou queda linear significativa da concentração de TRIG no sangue com o aumento da produção de leite (PL para as vacas do tratamento PN (TRIG = 23,10 - 2,18*PL, R² = 0,31 e efeito quadrático para as vacas do PRE (TRIG = 6,54 - 1,75*PL + 0,30*PL², R² = 0,62. Nos animais dos tratamentos POS e PREPOS, não houve efeito da produção de leite sobre a concentração de TRIG, indicando que a suplementação durante o período de produção de leite auxilia na manutenção de um balanço energético positivo. As concentrações de colesterol plasmático aumentaram, e as de triglicerídeos e ureia diminuíram linearmente até o final do experimento.

  13. Associação da catastrofização da dor com a incidência e a intensidade da dor perineal aguda e persistente após parto normal: estudo longitudinal tipo coorte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Danielle Santos Soares

    2013-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O parto vaginal pode resultar em dor perineal aguda e persistente pósparto. Este estudo avaliou a associação da catastrofização, fenômeno de má adaptação psicológica à dor que leva o indivíduo a magnificar a experiência dolorosa, tornando-a mais intensa, com a incidência e a intensidade da dor perineal e sua relação com o trauma perineal. MÉTODO: Estudo coorte. Realizado com gestantes em trabalho de parto. Foi aplicada a escala de pensamentos catastróficos sobre a dor durante o internamento e foram avaliados o grau da lesão perineal e a intensidade da dor perineal nas primeiras 24 horas e após oito semanas do parto por meio da escala numérica de dor. RESULTADOS: Avaliadas 55 mulheres. Sentiram dor aguda 69,1% das pacientes. Dessas, 36,3% queixaram-se de dor de moderada/forte intensidade e 14,5% de dor persistente. O escore médio de catastrofização foi de 2,15 ± 1,24. As pacientes catastrofizadoras apresentaram um risco 2,90 vezes maior (95% IC: 1,08-7,75 de apresentar dor perineal aguda e 1,31 vezes maior (95% IC: 1,05-1,64 de desenvolver dor perineal persistente. Também apresentaram um risco 2,2 vezes maior de desenvolver dor perineal aguda de maior intensidade (95% IC: 1,11-4,33. CONCLUSÕES: A incidência de dor perineal aguda e persistente após parto vaginal é alta. Gestantes catastrofizadoras apresentam maior risco de desenvolver dor perineal aguda e persistente, como também dor de maior intensidade. O trauma perineal aumentou o risco de ocorrência de dor perineal persistente.

  14. Prevalência de incontinência urinária autorreferida no pós-parto e fatores relacionados Prevalencia de incontinencia urinaria autorreferida en el postparto y factores relacionados Prevalence and related factors of self-reported urinary incontinence in the postpartum period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Biguetti Martins Lopes

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Verificar a prevalência de incontinência urinária (IU autorreferida por mulheres no pós-parto e identificar os fatores relacionados. MÉTODOS: Estudo epidemiológico transversal, realizado no período de janeiro a agosto de 2009. Foram entrevistadas 288 mulheres com 30 dias a 6 meses de pós-parto. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Observou-se prevalência de 24,6% de IU autorreferida no pós-parto. A idade média das mulheres foi de 26 anos, apenas a cor da pele apresentou diferença estatística significante, com maior representatividade em mulheres brancas. Dentre as 71 entrevistadas que referiram IU no pós-parto, a maioria era primípara e submeteu-se ao parto normal. CONCLUSÃO: A ocorrência de IU autorreferida no pós-parto associa-se à cor da pele com predominância em primíparas em comparação às não primíparas. Identificar os fatores relacionados à IU em mulheres no pós-parto e sua prevalência contribui no planejamento de atenção de enfermagem obstétrica à mulher que vivencia o período reprodutivo.OBJETIVOS: Verificar la prevalencia de incontinencia urinaria (IU autorreferida por mujeres en el postparto e identificar los factores relacionados. MÉTODOS: Estudio epidemiológico transversal, realizado en el período de enero a agosto del 2009. Fueron entrevistadas 288 mujeres con 30 días a 6 meses de postparto. Los datos se analizaron estadísticamente. RESULTADOS: Se observó prevalencia de 24,6% de IU autorreferida en el postparto. La edad promedio de las mujeres fue de 26 años, apenas el color de la piel presentó diferencia estadística significativa, con mayor representatividad en mujeres blancas. De las 71 entrevistadas que refirieron IU en el postparto, la mayoría era primípara y se sometió al parto normal. CONCLUSIÓN: La ocurrencia de IU autorreferida en el postparto se asocia al color de la piel con predominio en primíparas en comparación a las no primíparas. La

  15. Contribution of spiral artery blood flow changes assessed by transvaginal color Doppler sonography for predicting endometrial pathologies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suna Kabil Kucur

    2013-01-01

    Full Text Available ive: To investigate the diagnostic value of blood flow measurements in spiral artery by transvaginal color Doppler sonography (CDS in predicting endometrial pathologies.Methods: Ninety-seven patients presenting with abnormal uterine bleeding and requiring endometrial assessment were included in this prospective observational study. Endometrial thickness, structure and echogenicity were recorded. Pulsatility index (PI and resistive index (RI of the spiral artery were measured by transvaginal CDS. Endometrial sampling was performed for all subjects. Sonographic and hystopathologic findings were compared.Results: The histopathological diagnoses were as follows; 39 cases (40.2% endometrial polyp, 9 cases (9.3% endometrial hyperplasia, 10 cases (10.3 submucous myoma, 7 cases (7.2% endometrium cancer, and 32 cases (33% nonspecific findings. The spiral artery PI in endometrium cancer group was highly significantly lower than other groups (p<0.01. The spiral artery RI was also significantly lower in the patients with malignant histology (p<0.05. Conclusion: Endometrial pathologies are associated significantly with endometrial spiral artery Doppler changes.Key words: Spiral artery, Doppler ultrasonography, endometrium

  16. Relação entre depressão pós-parto e apoio social: revisão sistemática da literatura = The relationship between postpartum depression and social support: a literature review = Relación entre depresión posparto y apoyo social: revisión sistemática de la literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho, Flávia Almeida de

    2014-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de fazer uma revisão sistemática da literatura científica a respeito da relação entre depressão pós-parto (DPP e apoio social, realizou-se um levantamento de artigos online que estabelecessem essa relação. A busca de trabalhos publicados no período de janeiro de 2000 a agosto de 2011 foi realizada nas bases de dados APA PsycNET, EBSCOhost, Pepsic, PubMed e Scielo. Foram selecionados estudos escritos em português ou inglês, que utilizaram método quantitativo, a Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo (EDPE para avaliar DPP, aplicada entre o parto e 12 meses após o parto, e medidas de apoio social. Identificaram-se 24 artigos, realizados em 11 países. Foram examinados, além da associação com apoio social, o número e a idade das participantes, escores de EDPE e outros fatores relacionados com a ocorrência de DPP. Embora usando diferentes instrumentos para avaliar o apoio social, 23 estudos (96% da amostra sugeriram que quanto maior o apoio social percebido pelas mães, menor a ocorrência de DPP. Os resultados mostram, especialmente para profissionais e serviços de saúde, a importância da detecção precoce dos indícios de depressão e do incentivo à adoção de práticas de apoio social nos cuidados à mulher durante e após a gestação

  17. Partos domiciliares planejados assistidos por enfermeiras obstétricas: transferências maternas e neonatais Partos domiciliarios planificados atendidos por enfermeras obstétricas: traslados maternales y neonatales Planned home births assisted by nurse midwives: maternal and neonatal transfers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Green Koettker

    2013-02-01

    Full Text Available O presente trabalho trata-se de estudo exploratório-descritivo que teve como objetivo descrever a taxa e as causas de transferência intraparto para o hospital de mulheres assistidas no domicílio por enfermeiras obstétricas e os desfechos desses nascimentos. A amostra foi composta por onze mulheres e seus recém-nascidos, de janeiro de 2005 a dezembro de 2009. Os dados foram coleta-dos em prontuários e cadernetas de saúde e analisados por estatística descritiva. A taxa de transferência foi de 11%, a maioria de nulíparas (63,6%, e todas foram transferidas durante o primeiro período clínico do parto. Os motivos mais frequentes de transferência foram parada de dilatação cervical e progressão da apresentação fetal, e desproporção cefalopélvica. Os escores de Apgar no 1º e 5º minutos foram >7 em 81,8% dos casos e não houve internação em unidade de terapia intensiva neonatal. Neste estudo constatou-se que o parto domiciliar planejado assistido por enfermeiras obstétricas, com protocolo assistencial, apresentou bons resultados maternos e neonatais, mesmo quando a transferência para o hospital foi necessária.Estudio exploratorio descriptivo que objetivó describir la tasa y causas de traslados hospitalarios intraparto a mujeres atendidas en domicilio por enfermeras obstétricas y los desenlaces de tales nacimientos. Muestra compuesta por once mujeres y sus recién nacidos, de enero 2005 a diciembre 2009; datos recolectados a partir de historia clínicas y carpetas de salud, analizadas por estadística descriptiva. La tasa de traslado fue 11,0%, mayoritariamente de nulíparas (63,3%, todas ellas trasladadas durante el primer período clínico del parto. Los motivos más frecuentes obedecieron a interrupción de dilatación cervical, progresión de presentación fetal y desproporción cefalopélvica. Los puntajes de Apgar en minutos 1 y 5 fueron >7 en 81,8% de los casos, no produciéndose internación en unidad de terapia

  18. Comparación de los beneficios de la posición vertical durante el parto frente a otras posiciones

    OpenAIRE

    2016-01-01

    En la actualidad existe evidencia científica que demuestra que la libertad de movimiento y cambio postural durante el parto es primordial para un parto y nacimiento fisiológicos. Este hecho se ha observado en distintas épocas y culturas a lo largo de la historia. Las matronas atendían los partos de manera intuitiva pero hoy en día, la asistencia al parto en España se realiza de manera que sea cómoda para los profesionales sanitarios más que para las propias madres. Se demuestra...

  19. O pré-natal psicológico como programa de prevenção à depressão pós-parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra da Rocha Arrais

    2014-03-01

    Full Text Available O pré-natal psicológico (PNP é um novo conceito em atendimento perinatal voltado para maior humanização do processo gestacional e do parto e da parentalidade. Pioneiro em Brasília, o programa visa à integração da gestante e da família a todo o processo gravídico-puerperal, por meio de encontros temáticos em grupo, com ênfase psicoterápica na preparação psicológica para a maternidade e paternidade e prevenção da depressão pós-parto (DPP. O objetivo da pesquisa foi avaliar a contribuição do PNP para prevenir a DPP. Optou-se pela metodologia da pesquisa-ação. Os instrumentos utilizados foram: perfil gestacional, perfil puerperal, sessões e materiais produzidos no PNP, Inventário Beck de Depressão, Escala de depressão pós-natal de Edimburgo questionário avaliativo e completamento de frases. Os resultados foram comparados entre cinco colaboradoras participantes do PNP (grupo intervenção e cinco não participantes (grupo controle e encontrou-se que entre o grupo intervenção a ocorrência dos fatores de risco superou a dos fatores de proteção e mais metade desse grupo evidenciou depressão gestacional, mas não desenvolveram a DPP. Já no grupo controle, duas colaboradoras apresentaram a DPP. Esses achados sugerem que o PNP associado a fatores de proteção presentes na história das grávidas pode ajudar a prevenir a DPP. Defende-se que a assistência psicológica na gestação, por meio da utilização do PNP, é importante instrumento psicoprofilático que deve ser implementado como uma política pública emunidades básicas de saúde, maternidades e serviços de pré-natal.

  20. The vertical position during labor: pain and satisfaction Posição vertical durante o trabalho de parto: dor e satisfação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Amelia Miquelutti

    2009-12-01

    Full Text Available OBJECTIVES: to evaluate the vertical position adopted by nulliparous women during labor in terms of pain and satisfaction with the position. METHODS: the study was based on a secondary efficacy analysis of data from 107 nulliparous women enrolled in a randomized controlled trial in which the vertical position adopted during the dilation phase of labor was evaluated. The analysis involved comparing the median percentages of the duration for which women remained in the vertical position for each of the variables studied . The Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests were used to determine the difference s betwee n th e groups. Statistical significance was set at p 7 (p=0.02 . At 4 and 6 cm of dilation , the women who reported greater satisfaction remained more than 50 % of the time in the vertical position (p=0.0 2 an d p=0.03 , respectively. CONCLUSIONS: the vertical position helped relieve labor pain and increased comfort and patient satisfaction.OBJETIVOS: avaliar a posição vertical , adotada por mulheres nulíparas durante o trabalho de parto , em relação à dor e satisfação com a posição. MÉTODOS: abordagem analítica distinta, complementar e de eficácia de 107 nulíparas, secundária aos dados de um ensaio controlado randomizado, que avaliou a posição vertical em nulíparas durante a fase de dilatação do trabalho de parto. A análise foi realizada pela comparação das porcentagens medianas do tempo de permanência na posição vertical para cada categoria das variáveis estudadas. Para testar as diferenças entre as variáveis foram utilizados os testes de Kruskal-Wallis e de Mann-Whitney. A significância foi estabelecida em p 7 (p=0.02. As mulheres mais satisfeitas, aos 4 e 6 cm de dilatação, permaneceram mais de 50 % do tempo na posição vertical (p=0.0 2 e p=0.03, respectivamente. CONCLUSÕES: a posição vertical auxiliou no alívio da dor , melhorou o conforto e satisfação das parturientes.

  1. Baixa dose de misoprostol sublingual (12,5 µg para indução do parto Low dose of sublingual misoprostol (12.5 µg for labor induction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Sofia de Moraes Barros Gattás

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os resultados maternos e perinatais utilizando 12,5 µg de misoprostol sublingual para indução do parto em gestantes com feto vivo a termo. MÉTODOS: Realizou-se um estudo multicêntrico, tipo ensaio clínico, aberto e não randomizado, no período de julho a dezembro de 2009. Foram incluídas 30 gestantes com indicação de indução do parto, a termo, feto vivo, escore de Bishop menor ou igual a seis, apresentação cefálica, peso fetal estimado menor que 4.000 g e índice de líquido amniótico maior que cinco. Foram excluídas mulheres com cicatriz uterina, alteração da vitalidade fetal, anomalias congênitas, gestação múltipla, restrição de crescimento intrauterino, hemorragia genital e contraindicações ao parto vaginal. O comprimido de misoprostol sublingual 12,5 µg foi administrado a cada seis horas, até o início do trabalho de parto, máximo de oito doses. RESULTADOS: O trabalho de parto foi induzido satisfatoriamente em 90% das gestantes. As médias dos intervalos entre a primeira dose e o início das contrações uterinas e o parto foram de 14,3±11,7 horas e 25,4±13 horas, respectivamente. A frequência de parto vaginal foi de 60%. A taquissistolia ocorreu em duas gestantes, sendo revertida em ambos os casos sem necessitar de cesariana. A eliminação de mecônio foi observada em quatro pacientes e o escore de Apgar foi menor que sete no quinto minuto em um recém-nascido. CONCLUSÃO: Os desfechos maternos e perinatais foram favoráveis depois da indução do parto com misoprostol sublingual na dose de 12,5 µg a cada seis horas. No entanto, são necessários ensaios clínicos controlados comparando esse esquema posológico com outras doses e vias de administraçãoPURPOSE: To describe the maternal and perinatal outcomes after the use of 12.5 µg of sublingual misoprostol for labor induction in women with term pregnancy and a live fetus. METHODS: We conducted a multicenter, open and non

  2. Análisis crítica de los beneficios del parto normal en distintas posiciones

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo SABATINO

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabajo es vencedor del premio Abramge de 2007. Como no hay unanimidad de criterios médicos sobre como deben ser atendidos los partos en seres humanos, el autor estudia el proceso de nacimiento comparando la posición supina con la vertical o de cuclillas, utilizando un modelo teórico con seis variables independientes - Acción de la gravedad; Compresión de los grandes vasos maternos; Diámetros del canal del parto; Ángulo de encaje de la presentación; Ventilación pulmonar y equilibrio ácido básico materno; y Eficiencia de las contracciones uterinas (en el trabajo de parto y período expulsivo - y dos variables dependientes, una materna - pérdida de sangre – y otra neonatal – indique de Apgar al primer minuto de vida. La pérdida sanguínea, medida por la diferencia en las medidas de hematócrito y de hemoglobina antes y después del parto, fue significativamente menor en la posición cócoras-supino (cuando después del parto la madre es invitada a acostarse. La proporción de recién nacidos con Apgar más elevado (>8 al primer minuto fue significativamente mayor en el grupo en el que la posición para el parto fue de cuclillas. E inversamente encontramos significativamente menor recién nacidos con Apgar bajo (0 a 6 en los partos con la madre en posición de cuclillas. Debido a estos resultados, se sugiere que los protocolos oficiales y hospitalarios recomienden esa posición como práctica rutinaria.

  3. Análisis crítica de los beneficios del parto normal en distintas posiciones

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo SABATINO

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabajo es vencedor del premio Abramge de 2007. Como no hay unanimidad de criterios médicos sobre como deben ser atendidos los partos en seres humanos, el autor estudia el proceso de nacimiento comparando la posición supina con la vertical o de cuclillas, utilizando un modelo teórico con seis variables independientes - Acción de la gravedad; Compresión de los grandes vasos maternos; Diámetros del canal del parto; Ángulo de encaje de la presentación; Ventilación pulmonar y equilibrio ácido básico materno; y Eficiencia de las contracciones uterinas (en el trabajo de parto y período expulsivo - y dos variables dependientes, una materna - pérdida de sangre – y otra neonatal – indique de Apgar al primer minuto de vida. La pérdida sanguínea, medida por la diferencia en las medidas de hematócrito y de hemoglobina antes y después del parto, fue significativamente menor en la posición cócoras-supino (cuando después del parto la madre es invitada a acostarse. La proporción de recién nacidos con Apgar más elevado (>8 al primer minuto fue significativamente mayor en el grupo en el que la posición para el parto fue de cuclillas. E inversamente encontramos significativamente menos recién nacidos con Apgar bajo (0 a 6 en los partos con la madre en posición de cuclillas. Debido a estos resultados, se sugiere que los protocolos oficiales y hospitalarios recomienden esa posición como práctica rutinaria.

  4. Assistência ao parto na maternidade: representações sociais de mulheres assistidas e profissionais de saúde Hospital care at childbirth: social representations of women and health care professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Cristina da Silveira

    2010-04-01

    Full Text Available Estudo de caráter comparativo que teve por objetivo investigar representações sociais (RS de mulheres assistidas (20 e profissionais de saúde (20, sobre a assistência ao parto em maternidades. Foram realizadas 40 entrevistas que examinaram duas maternidades com enfoques diferentes de assistência ao parto. Para a análise dos dados utilizou-se a análise lexicográfica e classificação hierárquica descendente dos textos (ALCESTE. Entre os profissionais encontraram-se duas representações distintas: a primeira, denota uma visão medicalizada da assistência, e a outra aponta para uma assistência identificada com a proposta do Movimento pela Humanização do Parto e Nascimento. Entre as mulheres assistidas a qualidade da relação estabelecida com os profissionais é o fator que maior influência parece exercer sobre a maneira como representam a assistência recebida.The aim of this comparative study was to investigate social representations of assisted women (20 and health care professionals (20 concerning childbirth assistance in maternities. Forty interviews were made examining two maternities with different approaches to childbirth assistance. In dealing with the data, we used lexicographical analysis and hierarchical descending clustering of texts (ALCESTE software. Among the health care professionals, two distinct representations were found: the first denoting a medicalized vision of assistance, and the second pointing towards an assistance identified with the Humanization of Birth Movement. Among the assisted women, the quality of their relationship with health care professionals seems to be the main influence on the way they represent the received assistance.

  5. Bibliografia comentada sobre a assistência ao parto no Brasil (1972-2002 An annotated bibliography on childbirth in Brazil (1972-2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia Mott

    2002-07-01

    Full Text Available A organização desta bibliografia teve por objetivos: 1 divulgar trabalhos sobre a assistência ao parto no Brasil, produzidos em diferentes áreas de conhecimento (história, antropologia, enfermagem, medicina, assistência social, psicologia e sociologia; 2 colocar em contacto pesquisadores que trabalham o tema; 3 dar espaço para assuntos, abordagens e autores não contemplados no dossiê. Foram referenciados e resumidos 77 trabalhos (artigos, dissertações, teses, relatórios, cartilha, produzidos por cerca de 50 autores, publicados ou realizados entre 1972 e 2002.The organization of this bibliography aimed at 1 publishing studies on birth assistency in Brazil, produced in different fields of knowledge (history, anthropology, nursing, medicine, social assistance, psychology, and sociology, 2 bringing researchers - on the into contact and 3 opening space for subjects, approaches and authors not included in the Dossier. The list references and summarizes 76 works (papers, theses, dissertations, reports, primers by about 50 authors, published or produced between 1972 and 2002.

  6. Maternidade segura: relato de experiência de uma nova prática em Natal/RN - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Marie Barbosa Davim

    1999-12-01

    Full Text Available Trabalho descritivo do tipo relato de experiência, desenvolvido na Maternidade Escola Januário Cicco da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (MEJC/UFRN em Natal/RN desde 1996, onde cinco enfermeiras iniciaram mudanças em suas práticas profissionais a partir da implantação do Projeto de "Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica - Habilidades de Enfermagem Midwifery para uma Maternidade Segura." O Projeto tem como objetivos, diminuir ou eliminar riscos às mulheres que desejam engravidar e/ou ter filhos e garantir uma assistência humanizada durante a gravidez, trabalho de parto, parto, pós-parto e nascimento. Estes objetivos deverão ser alcançados através de profissionais mais conscientes que lidam com o complexo de valores, decisões e ações, envolvendo o processo saúde/doença relacionados à mulher no ciclo grávido puerperal. Foram criados Padrões de Qualidade na Assistência à Admissão, Trabalho de Parto, Parto, Pós-Parto, Recém-Nascido e Visita Domiciliar de até 1 mês de vida. Desde sua implantação, o Projeto já vislumbra algumas mudanças no serviço, na participação ativa do enfermeiro no processo do nascimento, proporcionando, fundamentalmente, satisfação à parturiente e aos profissionais envolvidos nesse Projeto.

  7. Etiologia das infecções intramamárias em vacas primíparas ao longo dos primeiros quatro meses de lactação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laffranchi Alessandra

    2001-01-01

    Full Text Available De 88 vacas primíparas, oriundas de quatro rebanhos leiteiros, foram colhidas 1985 amostras de leite, ao longo dos 120 dias pós-parto, das quais 457 (23,02% apresentaram resultados microbiológicos positivos. Os estafilococos coagulase negativos (ECN foram isolados em 316 (69,14% amostras, Corynebacterium bovis em 56 (12,25%, estreptococos em 41 (8,97% e estafilococos coagulase positivos (ECP em 38 (8,31%. Mastite clínica foi detectada em nove (10,23% vacas. No primeiro dia pós-parto, 57 (64,77% animais e 114 (32,66% quartos apresentaram exames bacteriológicos positivos. Até o décimo quarto dia, ocorreu um decréscimo acentuado no número de vacas e quartos infectados, que posteriormente tendeu a estabilizar. Os ECN foram as bactérias mais isoladas ao longo de todo experimento, enquanto o número de estreptococos decresceu acentuadamente nas duas primeiras semanas pós-parto. As infecções por C. bovis aumentaram progressivamente a partir do parto. Entre os ECN, predominaram o S. hyicus e o S. intermedius e, nos estreptococos, os do grupo C e D. A contagem média de células somáticas (CCS, nos quartos infectados, foi de 508,914/m, enquanto que, nos quartos negativos, foi de 73,942/m.

  8. The meaning given by the healthcare professional to labor and humanizing delivery El significado dado por el profesional de salud al trabajo de parto y parto humanizado O significado dado pelo profissional de saúde para trabalho de parto e parto humanizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra dos Santos Mabuchi

    2008-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To understand the meaning the healthcare professional in charge of the woman in childbirth gives to labor and humanizing delivery. METHODS: This is a qualitative research with a phenomenological perspective. Seven physicians and four nurses working at the obstetric center of a public hospital in the city of São Paulo were interviewed. RESULTS: After data analysis, two subthemes emerged: Understanding labor and humanizing delivery as a group of differentiated healthcare and behavioral measures, and Identifying failures in the search for healthcare humanization. CONCLUSION: The study showed that there are still disagreements regarding what is understood as humanizing delivery and what is done in practice. Humanization remains a government policy that is far from efficient, not only because of infrastructural deficits or financial shortages, but because of a lack of contact with the theme, resulting in healthcare that is not individualized or human.OBJETIVO: Comprender el significado que el profesional de salud que atiende a la parturienta, da al trabajo de parto y parto humanizado. MÉTODOS: Se trata de uma investigación cualitativa con perspectiva fenomenológica. Fueron entrevistados siete médicos y cuatro enfermeras que trabajaban en el Centro Obstétrico de un hospital público del Municipio de Sao Paulo. RESULTADOS: Después del análisis de los datos emergieron dos subtemas: Comprendiendo el trabajo de parto y parto humanizado como un conjunto de medidas asistenciales y de comportamiento diferenciado, e Identificando fallas en la búsqueda de la humanización de la asistencia, los cuales al ser sintetizados dieron origen al fenómeno mayor de la experiencia de los sujetos: Vivenciando la desarmonía entre teoría y práctica en la búsqueda de la humanización de la asistencia. CONCLUSIÓN: En el estudio se evidenció que aun hay discordancia referente a lo que se entiende por parto humanizado y lo que se realiza en la pr

  9. Suplementação de vacas leiteiras em final de gestação com betacaroteno

    OpenAIRE

    2014-01-01

    A suplementação pré-parto de betacaroteno foi avaliada. O conjunto de dados continha 283 vacas holandesas que receberam um tratamento por mais de 14 dias (29,1 ± 6,9 d). As vacas foram blocadas em pares por paridade e data prevista do parto e atribuídas aleatoriamente a um dos tratamentos: Betacaroteno (1,2 g/vaca/d. Rovimix, DSM) ou controle. O mesmo lote da TMR foi oferecido a todas as vacas. O suplemento foi adicionado por cima da dieta e completamente misturado uma vez ao dia. A produção ...

  10. Incidência do near miss materno no parto e pós-parto hospitalar: dados da pesquisa Nascer no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Augusto Bastos Dias

    2014-08-01

    Full Text Available Este estudo avaliou os dados sobre a incidência do near miss materno, identificados segundo os critérios da Organização Mundial da Saúde, na pesquisa Nascer no Brasil. O estudo foi realizado entre fevereiro/2011 e outubro/2012 e os resultados apresentados são estimativas para a população estudada (2.337.476 partos, baseados na amostra de 23.894 puérperas entrevistadas. Os resultados mostraram uma incidência de near miss materno de 10,21 por mil nascidos vivos e uma razão de mortalidade do near miss materno de 30,8 casos para cada morte materna. Os critérios clínicos para identificação do near miss materno foram os mais prevalentes e tiveram incidência de 5,2 por mil nascidos vivos. O near miss materno esteve associado com a idade materna de 35 anos ou mais (RR = 1,6; IC95%: 1,1-2,5, com história de cesariana anterior (RR = 1,9; IC95%: 1,1-3,4 e gestação de risco (RR = 4,5; IC95%: 2,8-7,0. Os hospitais localizados nas capitais (RR = 2,2; IC95%: 1,3-3,8 e os pertencentes ao SUS (RR = 3,2; IC95%: 1,6-6,6 também apresentaram maior incidência de casos de near miss materno. A qualificação dos serviços de assistência ao parto pode ajudar a reduzir a mortalidade materna no Brasil.

  11. Eletroestimulação transvaginal do assoalho pélvico no tratamento da incontinência urinária de esforço: avaliações clínica e ultra-sonográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Herrmann Viviane

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar o efeito da eletroestimulação transvaginal no tratamento de mulheres com incontinência urinária de esforço (IUE adequadamente selecionadas. MÉTODOS: Vinte e duas mulheres com IUE, diagnosticadas através de estudo urodinâmico, foram submetidas à eletroestimulação transvaginal do assoalho pélvico. A média das idades foi de 49 anos (22 a 74 anos. Foram realizadas duas sessões semanais, com duração de 20 minutos cada, durante oito semanas. Todas as mulheres foram avaliadas por anamnese, exames clínico e uroginecológico, registro semanal dos episódios de perda urinária, teste de esforço e ultra-sonografia transperineal antes e após o tratamento. Os parâmetros elétricos utilizados foram: pulso de 700 microssegundos, freqüência de 50 Hertz e intensidade com variação entre 12 e 53 miliamperes, de acordo com a sensibilidade da mulher. RESULTADOS: Consideraram-se satisfeitas com a eletroestimulação 18 mulheres (81,7%, havendo redução significativa do número de perdas urinárias (p<0,01. O teste de esforço foi negativo em 77,2% das mulheres após o tratamento. A pressão de perda sob esforço aumentou em 14 mulheres (64%, não alcançando, entretanto, valor com significância estatística (p = 0,37. A avaliação ultra-sonográfica não demonstrou diferença significativa na mobilidade do colo vesical antes e após as sessões de eletroestimulação (p = 0,30. CONCLUSÃO: A eletroestimulação transvaginal do assoalho pélvico representou uma alternativa terapêutica efetiva e segura às mulheres com IUE sem defeito esfincteriano, com diminuição significativa dos episódios de perda urinária.

  12. Indicadores preditivos para o diagnóstico e controle da toxemia da prenhez em ovelhas.

    OpenAIRE

    Cleyton Charles Dantas Carvalho

    2012-01-01

    Avaliou-se o perfil dos indicadores bioquímicos sanguíneos, urinários e hormonais em ovelhas da raça Santa Inês durante o terço final da gestação, parto e período pós-parto para diagnóstico precoce da TP. Foram utilizadas 50 ovelhas da raça Santa Inês distribuídas em três grupos; G1 constituído por 20 ovelhas mantidas em sistema de criação extensivo com dieta de baixa densidade energética (DBDE), G2 composto por 10 ovelhas provenientes de propriedade com sistema de criação intensivo com dieta...

  13. Efetividade de estratégias não farmacológicas no alívio da dor de parturientes no trabalho de parto La efectividad de estratégias no farmacológicas en el alivio del dolor de parturientas en el trabajo de parto Effectiveness of non-pharmacological strategies in relieving labor pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Marie Barbosa Davim

    2009-06-01

    Full Text Available Objetivou-se no estudo avaliar a efetividade de estratégias não-farmacológicas para o alívio da dor de parturientes no trabalho de parto. Ensaio clínico do tipo intervenção terapêutica antes e após, realizado em uma maternidade pública de Natal/RN - Brasil, com 100 parturientes na aplicação de exercícios respiratórios, relaxamento muscular, massagem lombossacral e banho de chuveiro. Utilizou-se a escala analógica visual para coleta de dados. A maioria das parturientes tinha entre 20 a 30 anos de idade (60%, ensino fundamental incompleto (85%, renda familiar de até 2 salários mínimos (74% e 78% estavam com acompanhantes. A ocitocina foi administrada em 81% dos casos, mas 15% não receberam qualquer medicação. Verificou-se diferença significativa no alívio da dor após a aplicação das ENF, demonstrando redução dessa dor à medida que aumentava a dilatação do colo. Conclui-se que as estratégias foram efetivas no alívio da intensidade da dor das parturientes estudadas durante o trabalho de parto.El objetivo del estudio fue evaluar la efectividad de las estrategias no farmacológicas para aliviar el dolor de parturientas en el trabajo de parto. Se trata de un ensayo clínico con un tipo de intervención terapéutica antes y después, realizado en una maternidad pública de Natal/RN - Brasil, con 100 parturientas en la aplicación de ejercicios respiratorios, relajamiento muscular, masaje lumbosacra y baño de ducha. Se utilizó, para recolectar los datos, la escala analógica visual. La mayoría de las parturientas tenía entre 20 y 30 años de edad (60%, enseñanza fundamental incompleta (85%, renta familiar hasta 2 salarios mínimos (74%, 78% estaban con acompañantes. La oxitocina fue administrada en 81% de los casos y 15% no recibieron ningún medicamento. Se verifico una diferencia significativa en el alivio del dolor después de la aplicación de las ENF, demostrando una reducción de ese dolor en la medida que

  14. Impacto da idade materna sobre os resultados perinatais e via de parto Impact of maternal age on perinatal outcomes and mode of delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graciete Helena Nascimento dos Santos

    2009-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a associação entre idade materna, resultados perinatais e via de parto. MÉTODOS: foram analisadas as informações de todas as pacientes atendidas no Serviço de Obstetrícia e Ginecologia de um hospital universitário terciário do Maranhão, no período de Julho a Dezembro de 2006. Foram alocadas em três grupos: adolescentes (10 a 19 anos, adultas (20 a 34 anos e mulheres de idade avançada (>35 anos. As variáveis estudadas foram cor, escolaridade, situação conjugal, renda familiar, paridade, número de consultas no pré-natal, idade gestacional no início do pré-natal, local do pré-natal, duração da gestação, tipo de parto, índice de Apgar no quinto minuto e peso ao nascer. Os dados foram processados no programa Epi-Info versão 3.4.1 e foram analisadas as associações entre as variáveis pela razão dos produtos cruzados, a Odds Ratio (OR, com intervalo de confiança (IC de 95%. O nível de significância adotado foi de 0,05. RESULTADOS: em 2.196 pacientes, foi verificada frequência de 25% dos partos em adolescentes, 69% em adultas e 6% de mulheres em idade avançada. Entre as adolescentes foi verificado maior risco de prematuridade (OR=1,46;IC95%=1,14-1,88 e baixo peso ao nascer (OR=1,47; IC95%=1,13-1,90, maior frequência de partos normais entre todos os grupos (65,2%, além da associação com início tardio do pré-natal (OR=1,86; IC95%=1,43-2,43, menor número de consultas (OR=2,03;IC95%=1,57-2,63 e uso de abortivo no início da gestação (OR=2,34; IC95%=1,38-3,98. Em mulheres com idade avançada constatamos forte associação com diabetes mellitus (OR=9,00; IC95%=3,18-25,19, pré-eclâmpsia (OR=4,38; IC95%=3,02-6,34, ruptura prematura de membranas (OR=5,81; IC95%=3,08-10,89, além de maior chance do índice de Apgar no quinto minuto ser menor que sete (OR=2,90; IC95%=1,37-6,01 e maior frequência de parto operatório cesáreo (60,3%. CONCLUSÕES: a gravidez na adolescência esteve associada a in

  15. Parto humanizado na percepção das enfermeiras obstétricas envolvidas com a assistência ao parto Humanización del parto según enfermeras obstetras involucradas con la atención al parto Humanized birth according to obstetric nurses involved in birth care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jamile Claro de Castro

    2005-12-01

    Full Text Available O presente estudo, utilizando abordagem qualitativa, objetivou identificar a percepção das enfermeiras obstétricas sobre humanização da assistência ao parto, bem como evidenciar, através dos discursos, as ações desenvolvidas no processo de nascimento e os fatores dificultadores da implementação dessa assistência. Foram sujeitos deste estudo 16 enfermeiras de uma maternidade do interior do Estado de São Paulo. Seguindo a proposta do Discurso do Sujeito Coletivo, os dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas, microgravadas, transcritas e organizadas para tabulação e análise. As enfermeiras entrevistadas relataram que o processo de humanização se deu como uma estratégia política que objetiva a melhoria da assistência e o resgate do parto mais natural possível e que acreditam na necessidade de mudança de paradigma para que o processo se concretize. Os resultados evidenciaram, ainda, que as enfermeiras se apresentam mais integradas ao parto como um processo e não como um evento.La finalidad de este estudio cualitativo fue identificar la percepción de enfermeras obstetras sobre la humanización de la atención al parto, además de evidenciar, a través de sus discursos, las acciones desarrolladas en el proceso de nacimiento y los factores que dificultan la implementación de esa atención. Participaron de este estudio 16 enfermeras de una maternidad del interior del Estado de São Paulo, Brasil. Siguiendo la propuesta del Discurso del Sujeto Colectivo, los datos fueron recolectados a través de entrevistas semiestructuradas, grabadas, transcriptas y organizadas para tabulación y análisis. Los resultados demostraron que las enfermeras entienden que el proceso de humanización sucedió como una estrategia política con objeto de mejorar la atención y rescatar el parto de la manera más natural posible. Consideran necesaria una mudanza del paradigma para que el proceso pueda materializarse. Los hallazgos

  16. Movimentação/deambulação no trabalho de parto: uma revisão - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i2.1580 Movement/deambulation on birthwork: a review - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i2.1580

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria de Almeida

    2004-04-01

    Full Text Available O parto não é totalmente natural, pois há um conjunto de atitudes e de comportamentos socialmente controlados e culturalmente definidos que refletem valores sociais nas diversas sociedades. Sabe-se que fisiologicamente é muito melhor para a mãe e para o filho quando a mulher se mantém em movimento durante o processo de parturição. Frente a essas observações, pretendemos realizar uma revisão da literatura sobre o tema buscando verificar o que os trabalhos falam sobre os efeitos da deambulação/liberdade de posição e da movimentação durante o trabalho de parto. A revisão nos permitiu concluir que a posição vertical foi usada e preferida desde a antiguidade, para possibilitar menos dor durante o trabalho de parto e parto, diminui o tempo do trabalho de parto e do parto, melhora a contratilidade uterina e oferece mais conforto às parturientes e assegura os intercâmbios materno-feto-placentários durante mais tempo, diminuindo o risco de sofrimento fetal.The birth is not completely natural. This is because there are some attitudes and behavior controlled and culturally defined by society. It is physiologically better for the mother and for the baby if the mother keeps on movement during parturition. Based on these considerations, the aim of this work is to make a review about this subject in order to verify what theoretical articles consider about the effects of deambulation/liberty position and movement during the birthwork. The literature review showed that the vertical position has been the most used and preferred since the antiquity. It is because it causes less pain during birthwork and birth, decreases the birthwork and birth time limit. It improves the uterine contractility and offers more comfort to parturients. Also, it keeps the maternal-fetus-placental exchange for longer, decreasing the risk of fetal suffering.

  17. Efeito da via de parto sobre a força muscular do assoalho pélvico The influence of the delivery route on pelvic floor muscle strength

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Mércia Pascon Barbosa

    2005-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a influência da via de parto sobre a força muscular do assoalho pélvico (FM-AP. MÉTODOS: estudo clínico de corte transversal, para avaliar a FM-AP pelo teste da avaliação da força do assoalho pélvico (AFA e uso do perineômetro em primíparas, entre 20-30 anos de idade, 4-6 meses pós-parto. A contração, medida pelos dois testes, foi classificada em: zero - ausência, um - leve, dois - moderada e três - normal, sustentada por 6 segundos. Avaliaram-se 94 mulheres, entre 20 e 30 anos, divididas em três grupos: pós-parto vaginal (n=32; pós-cesárea (n=32 e nulíparas (n=30. A variável independente foi a via de parto e a dependente, a FM-AP. A comparação entre os graus de contração foi realizada pelo teste de Kruskal-Wallis e o teste de Dunn para comparações múltiplas; a influência da via de parto pelo teste chi2, o risco relativo (RR para alteração da FM-AP e o coeficiente kappa para avaliar equivalência entre os testes. RESULTADOS: a mediana e 1º e 3º quartil da FM-AP foram menores (p=0,01 pós-parto vaginal (2,0;1-2 e intermediários pós-cesárea (2,0; 2-3 em relação às nulíparas (3,0;2-3, tanto analisadas pelo AFA como pelo perineômetro. Aumentou o RR de exame alterado pós-parto vaginal (RR=2,5; IC 95%: 1,3-5,0; p=0,002; (RR=2,3; IC 95%: 1,2-4,3; p=0,005 e pós-cesárea (RR=1,5; IC 95%: 0,94-2,57; p=0,12; (RR=1,3; IC 95%: 0,85-2,23; p=0,29 pelo PFSE e perineômetro, respectivamente. CONCLUSÕES: o parto vaginal diminuiu a força muscular do AP de primíparas quando comparado com os casos submetidos à cesárea e com as nulíparas.PURPOSE: to evaluate the influence of the delivery route on pelvic floor (PF muscle strength. METHODS: a cross-sectional study was conducted to evaluate PF muscle strength by the pelvic floor strength evaluation (PFSE test and perineometer in primiparous patients aged 20 to 30 years 4 to 6 months after delivery. The categorization was: zero lack of muscle

  18. A institucionalização médica do parto no Brasil The medical institutionalization of childbirth in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Eriko Ishida Nagahama

    2005-09-01

    Full Text Available Trata-se de abordar o conceito de institucionalização da atenção à saúde, em especial da Saúde da Mulher, como forma de poder hegemônico na atenção, especificamente na assistência institucional ao parto. O trabalho descreve as estratégias de implantação da hegemonia institucional sobre o corpo feminino, exercidas através das políticas de saúde e das práticas de atenção médica. O poder do Estado na institucionalização da atenção é registrado no decurso da reconstrução histórica dos programas de saúde materno infantil das décadas de 1920 a 1980, na qual se identificou que o controle ideológico sobre a saúde das mulheres traduziu-se em formas de controle da sua sexualidade como veículo da reprodução. Nas práticas de atenção médica, abordam-se as questões da hegemonia do poder médico e a medicalização do corpo feminino. O processo de hospitalização do parto foi fundamental para a apropriação do saber nesta área e para o desenvolvimento do saber médico, culminando com o estabelecimento da medicalização do corpo feminino.The object of this study was to point the concept of the establishment of attention in health, especially to the woman’s health as a tool of the hegemonic power on attention, specifically in the institutional assistance to the delivery. This work describes the strategies of the institutional hegemony implementation on the female body employed through the Politics in health and practices in medical attention. The power of the State in the establishment of attention is recorded during the historical reconstruction of the maternal and infant health programs of the twenties and eighties, where it was identified that the ideological control of women’s health represented ways of control of their sexuality as a reproduction tool. At the practices in medical attention it was discussed questions about the hegemony of the medical power and the female body medication. The delivery

  19. Indicadores de desempenho relacionado ao parto de fêmeas suínas de primeiro e segundo partos Performance parameters linked to the parturition of first and second parturition sows

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Bianchi

    2010-06-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo para identificar parâmetros de desempenho associados a indicadores de eficiência durante o parto de fêmeas suínas. Foram coletados os seguintes dados de 636 partos e 7.100 leitões nascidos: ordem de parto, número de leitões nascidos vivos, natimortos, mumificados, total de nascidos, aplicação de ocitocina, uso de palpação vaginal, momento do nascimento de cada leitão e do início e final do parto. O intervalo médio de nascimento dos leitões foi de 16,7 minutos e a duração média do parto, de 247 minutos. A duração média do parto aumentou conforme o total de leitões nascidos, o uso de ocitocina e a ocorrência de palpação vaginal. O total de nascimentos nos partos longos (> 211 min, de 13,1 leitões, foi maior que nos partos curtos (This study aimed to identify some performance parameters associated with the farrowing efficiency in sows. From a total of 636 births and 7,100 piglets born, data was collected for: parity (OP, number of piglets born alive (NV, stillborns (NAT, mummified (MUM, total litter size (TN, use of vaginal palpation and oxytocin injection, time of birth for each piglet, and beginning and end of the parturition. The average interval among piglets birth was 16.7 min and the average duration of parturition was 247 min. The average duration of parturition increased regarded to the number of born piglets, the use of oxytocin and with the ocurence of vaginal palpation. The total number of births in the long parturitions (> 211 min, with 13.1 piglets was higher than in the short parturitions (< 210 min, with 11.7 piglets, therefore, the higher the number of total piglets born, the longer is the duration of parturition. Litter size was higher for sows of the second parity (12.8 than for sows of first parity (11.9. The duration of parturition is affected by the number of piglets born, which is higher in second parity than first parity females and it is associated to the higher occurence of

  20. Estimulação elétrica transvaginal no tratamento da incontinência urinária

    OpenAIRE

    Júlia Cristina Vieira Barroso

    2002-01-01

    Objetivo - Determinar a efetividade da estimulação elétrica transvaginal (EE) no tratamento da incontinência urinária (IU) e avaliar a melhora clínica após seis meses do término do tratamento. Delineamento - Ensaio clínico randomizado controlado e cego. Instituição - Serviços de Ginecologia e Obstetrícia e de Engenharia Biomédica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, UFRGS. Métodos - Foram selecionadas 36 mulheres (24 casos e 12 controles), com IU de esforço, urgência ou mista, para utiliz...

  1. Assessment of performance measures and learning curves for use of a virtual-reality ultrasound simulator in transvaginal ultrasound examination

    DEFF Research Database (Denmark)

    Madsen, M E; Konge, L; Nørgaard, L N

    2014-01-01

    OBJECTIVE: To assess the validity and reliability of performance measures, develop credible performance standards and explore learning curves for a virtual-reality simulator designed for transvaginal gynecological ultrasound examination. METHODS: A group of 16 ultrasound novices, along with a group...... of 12 obstetrics/gynecology (Ob/Gyn) consultants, were included in this experimental study. The first two performances of the two groups on seven selected modules on a high-fidelity ultrasound simulator were used to identify valid and reliable metrics. Performance standards were determined and novices......-6), corresponding to an average of 219 min (range, 150-251 min) of training. The test/retest reliability was high, with an intraclass correlation coefficient of 0.93. CONCLUSIONS: Competence in the performance of gynecological ultrasound examination can be assessed in a valid and reliable way using virtual...

  2. EDAD AL PRIMER PARTO EN VACAS HOLSTEIN DE LECHERÍA ESPECIALIZADA EN COSTA RICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauren Salazar-Carranza

    2013-01-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo fue determinar la edad al primer parto (EPP en vacas Holstein pu- ras en lecherías especializadas de Costa Rica. Se realizó un es- tudio longitudinal prospectivo histórico con 46 029 animales de raza Holstein pura de lechería especializada de Costa Rica, durante el periodo comprendido entre los años 2000 y 2010. Se incluyeron los datos de vacas que contaban con registros completos para todas las variables del estudio, registrados en el programa VAMPP Bovino 3.0. Se calculó la EPP por las variables de zona ecológica, la época de nacimiento, el año de parto, el índice de endogamia, el número de lactancias de la madre y el tipo de parto que dio origen al animal en estudio. Los datos fueron analizados por medio de estadística descrip- tiva (porcentajes, promedios, desviación estándar [DE] y el cálculo de intervalos de confianza (IC95%. La EPP prome- dio fue 30,7 meses (D.E: 6,8; IC 95%: 30,6 – 30,8. Durante el periodo, el promedio de la EPP varió entre los 30 y 31 meses; sin embargo, en los años 2006 y 2007 mostró una tendencia a disminuir. La EPP presentó diferencias significativas entre estratos según la época de nacimiento, el número de lactancia de la madre, la zona ecológica, el año de nacimiento, el tipo de parto de la madre y el coeficiente de endogamia de la vaca. Al igual que las tendencias mundiales, mostró tendencia a decrecer en Costa Rica; y las variables de animal, tiempo y ambiente mostraron un efecto sobre la EPP. Excepto el coefi- ciente de endogamia (a mediano y largo plazo, esos factores no son modificables en condiciones de pastoreo, que son los imperantes en la gran mayoría de fincas estudiadas.

  3. PARTO PRETÉRMINO Y SUFRIMIENTO FETAL SECUNDARIOS A PERITONITIS POR APENDICITIS AGUDA PERFORADA

    OpenAIRE

    Hidalgo M,Juan José; Molina P,Marta; Varo GM,Begoña; Rivas R,Salvador; Bernabeu A,José Ramón; Perales M,Alfredo

    2009-01-01

    La apendicitis aguda es la urgencia quirúrgica no obstétrica más frecuente durante el embarazo. Se ha asociado a parto pretérmino y a morbimortalidad fetal y materna, especialmente cuando se complica con peritonitis. Los cambios anatómicos, fisiológicos y bioquímicos que se producen durante la gestación pueden alterar los síntomas y signos típicos asociados a la apendicitis. Esto puede retrasar el diagnóstico y dar lugar a un aumento de la morbimortalidad materna y fetal. Presentamos el caso ...

  4. FACTORES DE RIESGO PARA PARTO PRETERMINO EN GESTANTES DEL HOSPITAL PROVINCIAL DOCENTE BELEN DE LAMBAYEQUE

    OpenAIRE

    Chira Sosa, Jorge Luis; Universidad Nacional Pedro Ruiz Gallo; Sosa Flores, Jorge Luis; Universidad Nacional Pedro Ruiz Gallo

    2015-01-01

    El nacimiento pretérmino es la mayor causa de morbilidad y mortalidad neonatal y responsable de 75 a 90% de las muertes neonatales no relacionadas con malformaciones congénitas. Determinar los factores de riesgo del parto pretérmino en el Hospital Provincial Docente Belén de Lambayeque durante el año enero-diciembre 2010. El presente estudio es analítico, de casos y controles pareados de tipo retrospectivo, descriptivo comparativo, trasversal en el que se analizaron las historias clínicas de ...

  5. Relatos de partos y parteras campesinas en Brasil: los cuentos hacen pensar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen S. Tornquist

    2005-12-01

    Full Text Available A pesar de la hegemonía de la medicalización de la asistencia al parto, hay diversas regiones del mundo donde hasta hoy muchas mujeres alumbran en sus hogares con auxilio de parteras. Esta es la realidad en algunas regiones rurales de Brasil, donde las parteras hacen partos según los conocimientos y técnicas de sus sistemas de creencias. La OMS, dentro de sus políticas recientes de humanización del parto, estimula los entrenamientos de esas mujeres, en cooperación con ONGs. Algunos de esos entrenamientos son llevados a cabo por feministas involucradas con la promoción de los derechos ciudadanos y sexuales de las mujeres pobres. En este artículo se analizan los relatos de parteras respecto del parto en sí y de las relaciones de género. Por medio de la observación participante en cursos realizados en el año 2000 y de entrevistas semi-directas, se pudo explorar el universo simbólico de las parteras del Valle del Jequitinhonha, una de las regiones más pobres del Brasil.Although childbirth generally takes place in hospitals and clinics, there are still many regions in the world where women give birth in their homes with the assistance of midwives. In some remote rural areas of Brazil midwives help in childbirth according to techniques and knowledge from their beliefs systems. The WHO, within its recent policies aimed at the humanization of childbirth, encourages training courses for midwives in cooperation with NGOs. Some of these training programs are conducted by feminists devoted to the promotion of citizenship and sexual rights of poor women. This study analyzes the discourses of midwives on childbirth and gender relations during two courses in 2000 and through semi-direct interviews. This approach provided a unique opportunity for assessment of the symbolic universe of the peasant midwives in the Vale do Jequitinhonha, Brazil, one of the poorest regions in Brazil.

  6. Estrategias no farmacológicas para aliviar el dolor durante el proceso del parto

    OpenAIRE

    Sartori, A.L.; Vieira, F.; Almeida, N.A.M.; Bezerra, A.L.Q.

    2011-01-01

    Esta revisión de la literatura tiene como objetivo evidenciar la eficacia de las estrategias no farmacológicas para aliviar el dolor durante el proceso del parto, por medio de una investigación descriptiva exploratoria de naturaleza bibliográfica. Fueron rastreadas las producciones científicas con nivel de evidencia II, indexadas entre 1997 a febrero de 2009, en las bases de datos LILACS y Medline por medio de los descriptores “Dolor de parto”, “Dolor del parto” y “Proceso del parto” asociado...

  7. Autonomía, heteronomía y vulnerabilidad en el proceso de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Goberna Tricas, Josefina

    2012-04-01

    Full Text Available Resumen: Objetivo principal: Indagar en los principios éticos de autonomía y vulnerabilidad en la atención al partoMetodología: Reflexión ético-filosófica.Resultados principales: El parto es un proceso en que las vivencias corporales deben objetivrse en el “Yo materno”. Una transición harmoniosa entre las fases “corporales” de las contracciones y las fases de objetivación de las sensaciones, que se produce en los periodos intercontráctiles permiten una vivencia en que la mujer mantiene el control de la situación. Cuando esta transición no tiene lugar de forma adecuada la mujer se siente frágil y es vulnerable.Conclusión principal: El parto es por definición una situación vulnerable en la que los profesionales deben ejercer el cuidado. Siempre existen aspectos unidos a la corporalidad del proceso que no podrán anticiparse en la elaboración del plan de parto, por ello en el proceso asistencial y en la actuación profesional a la competencia técnica es fundamental añadir las habilidades humanas de cuidado, compasión y acompañamiento.Abstract: Main objective: To investigate about the ethical principles of autonomy and vulnerability in the childbirth care. Methodology: Ethical and philosophical reflection.Main results: Birth is a process in which the corporal experiences must be objectify in the “maternal Me” A harmonious transition between body contractions phases and the phases of objectification of the sensations, which occurs during “intercontractions’ periods”, it allows an experience in which women retain control of the situation. When this transition takes place with difficulty, women feel weak and vulnerable.Main conclusion: Delivery process is a vulnerable situation in which professionals should look after with care. There are aspects linked to the bodily aspect of the process which cannot be anticipated in developing the “Birth plan”, so in the care process’ performance and in the technical

  8. Roturas prematuras de membranas y partos pretérmino en gestantes de Puerto Padre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geisi Torres García

    2014-10-01

    Full Text Available analizaron utilizando la estadística descriptiva. En las pacientes predominó la infección vaginal como factor de riesgo, con 34 casos, para el 94,4%; los partos pre término ocurrieron entre las 27 y 33,6 semanas; cinco recién nacidos tuvieron un peso entre 1500 a 1999 gramos, para el 15,9%, seguido de cuatro con un peso de 2000 a 2499 gramos, para el 11,1%

  9. EVALUACIÓN GRÁFICA DEL PARTOGRAMA EN PRIMIGESTAS CON MANEJO MÉDICO DEL TRABAJO DE PARTO

    OpenAIRE

    Parra C,Mauro; Quiroz V,Lorena; Schepeler S.,Manuel; Calvo P,Ximena; Pérez C,Pilar; Díaz S,Ricardo; Pasten M,Jorge

    2005-01-01

    El objetivo de este estudio fue analizar el efecto de un manejo médico estandarizado, que incluye anestesia regional, rotura artificial de membranas y conducción ocitócica, sobre la fase activa del trabajo de parto en primigestas. Se realizó un análisis de las fichas clínicas en 137 primigestas en trabajo de parto espontáneo, que ingresaron a preparto con 3 ó 4 cm de dilatación durante el año 2003. Se observó una duración de la fase activa del trabajo de parto de aproximadamente 6 horas, con ...

  10. Intervenções benéficas durante o parto para a prevenção da mortalidade materna Beneficial interventions during delivery for the prevention of maternal mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Guilherme Cecatti

    2005-06-01

    Full Text Available O caráter multifatorial das complicações e da mortalidade materna torna difícil e demorada a tarefa de seu controle a longo prazo. A atenção profissional à mulher gestante e/ou parturiente representa seguramente elemento chave para a obtenção de bons resultados, tanto maternos quanto perinatais. Partindo-se do pressuposto de que atenção médica profissional ao parto de maneira adequada tem a capacidade de diminuir a ocorrência de complicações associadas à morbidade e mortalidade materna, são apresentadas resumidamente as evidências sobre algumas intervenções incluídas nesta atenção. São enfocadas as evidências derivadas de estudos realizados com extremo rigor metodológico e científico, os ensaios controlados randomizados, sobre intervenções capazes de reduzir as complicações e a mortalidade materna. Estas principais intervenções referem-se basicamente a: atenção institucional ao parto, atendimento profissional capacitado, utilização de parteiras tradicionais em determinados contextos, uso de tecnologias apropriadas incluindo o partograma, local do parto, posição para o parto, uso de episiotomia, tipo de parto, uso de ocitócicos na fase ativa do parto, realização de esforços de puxo no período expulsivo, manejo da dequitação e profilaxia da hemorragia puerperal. Ainda que o efeito de prevenir mortes seja difícil de ser avaliado pela baixa freqüência, sua utilização de forma racional e padronizada, por meio de manuais e normatizações de condutas de serviços, tem um efeito positivo sobre a qualidade da atenção ao nascimento. Isso faz parte do contexto técnico e humano do direito que toda mulher tem ao melhor atendimento possível nesse momento tão especial de sua vida.The multiple factors involved in maternal complications and maternal mortality make the task of their long-term control difficult and time-consuming. Professional care for pregnant women and/or those in labor certainly

  11. Transvaginal/Transumbilical Hybrid—NOTES—Versus 3-Trocar Needlescopic Cholecystectomy: Short-term Results of a Randomized Clinical Trial

    Science.gov (United States)

    Knuth, Jürgen; Cerasani, Nicola; Sauerwald, Axel; Lefering, Rolf; Heiss, Markus Maria

    2015-01-01

    Objective: For cholecystectomy, both the needlescopic cholecystectomy (NC) 3-trocar technique using 2 to 3 mm trocars and the umbilical-assisted transvaginal cholecystectomy (TVC) technique have found their way into clinical routine. This study compares these 2 techniques in female patients who are in need of an elective cholecystectomy. Background: Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES) is a surgical concept permitting scarless intra-abdominal operations through natural orifices, such as the vagina. Because of the lack of an adequately powered trial, we designed this first randomized controlled study for the comparison of TVC and NC. Methods: This prospective, randomized, nonblinded, single-center trial evaluates the safety and effectiveness of TVC (intervention), compared with NC (control) in female patients with symptomatic cholecystolithiasis. The primary endpoint was intensity of pain until the morning of postoperative day (POD) 2. Secondary outcomes were among others intra- and postoperative complications, procedural time, amount of analgesics used, pain intensity until POD 10, duration of hospital stay, satisfaction with the aesthetic result, and quality of life on POD 10 as quantified with the Eypasch Gastrointestinal Quality of Life Index (GIQLI). Results: Between February 2010 and June 2012, 40 patients were randomly assigned to the interventional or control group. All patients completed follow-up. Procedural time, length of postoperative hospital stay, and the rate of intra- and postoperative complications were similar in the 2 groups. However, significant advantages were found for the transvaginal access regarding pain until POD 2, but also until POD 10 (P = 0.043 vs P = 0.010) despite significantly less use of peripheral analgesics (P = 0.019). In the TVC group, patients were significantly more satisfied with the aesthetic result (P < 0.001) and had a significantly better GIQLI (P = 0.028). Conclusions: Although comparable in terms of

  12. Single-incision and NOTES cholecystectomy, are there clinical or cosmetic advantages when compared to conventional laparoscopic cholecystectomy? A case-control study comparing single-incision, transvaginal, and conventional laparoscopic technique for cholecystectomy

    NARCIS (Netherlands)

    Boezem, P.B. van den; Velthuis, S.; Lourens, H.J.; Cuesta, M.A.; Sietses, C.

    2014-01-01

    BACKGROUND: The aim of the present study was to compare the clinical and cosmetic results of transvaginal hybrid cholecystectomy (TVC), single-port cholecystectomy (SPC), and conventional laparoscopic cholecystectomy (CLC). Recently, single-incision laparoscopic surgery and natural orifice translumi

  13. Clinical validation of the nursing diagnosis labor pain Validación clínica del diagnóstico de enfermería dolor de parto Validação clínica do diagnóstico de enfermagem dor de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Roque Mazoni

    2013-02-01

    ísticas definidoras, 6 presentes en la mayoría de las participantes en las dos fases: relato verbal o codificado, evidencia observada de contracción uterina, alteración del tono muscular, evidencia observada de dolor, comportamiento expresivo y expresión facial de dolor. Fueron encontradas diferencias entre las fases para diaforesis, expresión fácil de dolor, gestos protectores, posición antiálgica, comportamiento de distracción, foco en si mismo y relato de presión perineal. CONCLUSIONES: Se observó correlación linear positiva entre escores de intensidad de dolor y amplitud de presión intrauterina en la fase inicial. El dolor de parto se evidenció un fenómeno compatible para diagnóstico de enfermería.OBJETIVOS: a proposta neste estudo foi identificar a presença dos indicadores clínicos da dor em situação de parto e correlacionar a referência verbal de intensidade de dor com a ocorrência de contrações uterinas, como proposta de validação clínica do diagnóstico de enfermagem dor de parto. MÉTODO: trata-se de estudo observacional dos 22 indicadores clínicos que representaram as características definidoras para o diagnóstico. RESULTADOS: participaram 55 parturientes (18 na fase ativa inicial, 6 na fase ativa final e 31 em ambas as fases, maiores de 18 anos, gestação única, contrações efetivas e dilatação cervical ≥4cm. Testaram-se 22 características definidoras, 6 presentes na maioria das participantes nas duas fases: relato verbal ou codificado, evidência observada de contração uterina, alteração do tônus muscular, evidência observada de dor, comportamento expressivo e expressão facial de dor. Houve diferenças entre as fases para diaforese, expressão facial de dor, gestos protetores, posição antálgica, comportamento de distração, foco em si próprio e sensação de pressão perineal. CONCLUSÕES: observou-se correlação linear positiva entre escores de intensidade de dor e amplitude de pressão intrauterina na fase inicial. A

  14. A exclusão do pai da sala de parto: uma discussão de género e poder La exclusión del padre de la sala de partos: una discusión bajo el enfoque del género y del poder Exclusion of the father from the delivery room: a discussion from the perspective of gender and power

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tharine Louise Gonçalves Caires

    2012-07-01

    Full Text Available No início do século XX, as mulheres eram consideradas incapazes e inferiores, dominadas por seus maridos. Estes eram deixados à margem dos acontecimentos ligados à reprodução e criação dos filhos. O parto era um ritual doméstico, assistido pela parteira. Sua transferência para o hospital retirou da mulher o protagonismo no processo de parir, e hoje o médico é a figura central. O objetivo deste estudo é analisar o processo de exclusão do pai no nascimento de seu filho sob a perspetiva das relações de poder no contexto da medicalização do parto. Trata-se de uma revisão de literatura, que analisou 16 textos, cujo recorte temporal foi de 2000 a 2010. Estes foram analisados segundo os núcleos temáticos: relação de poder do homem sobre a mulher, transição do parto em domicílio para o ambiente hospitalar, exclusão do pai do ambiente hospitalar, dominação médica sobre o corpo feminino e (reinserção do pai no processo de parturição. Conclui-se que a reinserção do homem no acompanhamento do nascimento de seu filho ainda não é plena, apesar de incentivada pelo Ministério da Saúde/Brasil. É preciso que profissionais e serviços de saúde se conscientizem da importância e benefícios desta atitude no processo de humanização do parto.A principios del siglo XX, se consideraba a las mujeres incapaces e inferiores, dominadas por sus maridos. Se dejaba a los hombres al margen de los eventos relacionados con la reproducción y con la educación de los niños. El parto era un ritual doméstico, asistido por matronas. Su transferencia al hospital, le retiró a la mujer el protagonismo en el proceso de parto, y hoy en día, el doctor es el actor central. Este estudio objetivó analizar el proceso de exclusión del padre del nacimiento de su hijo, bajo el enfoque de las relaciones de poder en el marco de la medicalización del parto. Se trata de una revisión sistemática de la literatura, en la que se analizaron 16 textos

  15. Estudo comparativo entre concentrações de bupivacaína a 0,125% e a 0,25% associada ao fentanil para analgesia de parto por via peridural Estudio comparativo entre concentraciones de bupivacaína a 0,125% y a 0,25% asociada al fentanil para analgesia de parto por vía peridural Comparison between 0.125% and 0.25% bupivacaine associated to fentanyl for epidural labor analgesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Emanuel Wortmann Gomes

    2004-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A analgesia de parto tem a finalidade de diminuir ou até excluir o sofrimento materno durante o trabalho de parto, sendo considerada um método seguro e efetivo para o alívio da dor. O objetivo deste trabalho foi comparar duas concentrações de bupivacaína (0,25% e 0,125%, associada ao fentanil na analgesia de parto por via peridural, quanto à eficácia antálgica e o grau de bloqueio motor, e verificar a influência das diferentes concentrações utilizadas na duração do trabalho de parto, no bem estar do recém-nascido e na satisfação materna. MÉTODO: Neste estudo prospectivo e duplamente encoberto, 51 gestantes primíparas foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos para receberem uma de duas concentrações de bupivacaína para indução de analgesia de parto (0,25% [n = 23] ou 0,125% [n = 28]. Para a mensuração da analgesia, foi utilizado a escala numérica de dor, e para a avaliação do bloqueio motor, a escala de Bromage. Para a comparação das médias, foi utilizado o teste t de Student, e, para a comparação das proporções, o teste Qui-quadrado, com p JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La analgesia de parto tiene la finalidad de disminuir, o hasta excluir el sufrimiento materno durante el trabajo de parto, siendo considerada un método seguro y efectivo para el alivio del dolor. El objetivo de este trabajo fue comparar dos concentraciones de bupivacaína (0,25% e 0,125%, asociada al fentanil en la analgesia de parto por vía peridural, cuanto a la eficacia antálgica y el grado de bloqueo motor, y verificar la influencia de las diferentes concentraciones utilizadas en la duración del trabajo de parto, en el bien estar del recién-nacido y en la satisfacción materna. MÉTODO: En este estudio prospectivo y duplamente encubierto, 51 gestantes primíparas fueron distribuidas aleatoriamente en dos grupos para recibir una de dos concentraciones de bupivacaína para inducción de analgesia de parto

  16. Beneficios del acompañamiento a la mujer por la matrona durante el trabajo de parto y puerperio

    OpenAIRE

    Rodríguez Gallego, Isabel; Partida Márquez, Antonio Luis; Castro Guerrero, Carmen

    2015-01-01

    Cartel presentado en la Segunda Conferencia Internacional de Comunicación en Salud, celebrada el 23 de octubre de 2015 en la Universidad Carlos III de Madrid Introducción: En 2008, el Ministerio de Sanidad y Consumo lanza la “Estrategia de Atención al Parto normal en el Sistema Nacional de Salud”, dónde se reconoce el derecho de la embarazada a estar acompañada por la persona que ella elija durante el embarazo, parto y puerperio. Por otro lado, ofrecer apoyo continuo profesional está descr...

  17. Satisfacción materna con el parto y puerperio relacionada con la atención hospitalaria

    OpenAIRE

    Fernández, R.I. (Rosa)

    2014-01-01

    Trabajo fin de Grado. Grado de Enfermería. Universidad de Oviedo. Universidad de Oviedo Es fundamental conocer las necesidades y expectativas de la mujer durante el proceso de parto y puerperio inmediato en el entorno hospitalario, pues la satisfacción percibida con la atención durante el parto y el puerperio permite identificar áreas de mejora en nuestra atención clínica diaria así como incrementar la vivencia positiva global de este proceso en la vida de las mujeres, sus parejas y sus...

  18. Análisis crítica de los beneficios del parto normal en distintas posiciones

    OpenAIRE

    2010-01-01

    Este trabajo es vencedor del premio Abramge de 2007. Como no hay unanimidad de criterios médicos sobre como deben ser atendidos los partos en seres humanos, el autor estudia el proceso de nacimiento comparando la posición supina con la vertical o de cuclillas, utilizando un modelo teórico con seis variables independientes - Acción de la gravedad; Compresión de los grandes vasos maternos; Diámetros del canal del parto; Ángulo de encaje de la presentación; Ventilación pulmonar y equilibrio áci...

  19. COMPLICACIONES DEL PARTO VERTICAL EN EL INSTITUTO NACIONAL MATERNO PERINATAL DE LIMA, PERÚ. ENERO A JULIO DEL 2012.

    OpenAIRE

    2014-01-01

    OBJETIVODeterminar las complicaciones más frecuentes durante la atención del parto vertical.MATERIAL Y MÉTODOSe revisaron las historias clínicas de 85 madres que fueron atendidas por parto vertical en el Instituto Nacional Materno Perinatal.RESULTADOSNo hubo complicación en 11 casos (9%). En 52 (40%) de los casos se tuvo que realizar una episiotomía. El desgarro vaginal ocurrió en 25 pacientes (19%). Hubo presencia de líquido meconial en 13 pacientes (10%). En 7 casos (6%) hubo alumbramiento ...

  20. Brechas en la cobertura de atención continua del embarazo y el parto en México

    OpenAIRE

    Rafael Lozano; Hortensia Reyes-Morales; Ileana Heredia-Pi; Edson Serván-Mori

    2013-01-01

    Objetivo. Construir un índice compuesto para medir la cobertura de atención continua durante el embarazo y el parto, e identificar la magnitud de las brechas entre distintas poblaciones de embarazadas en México. Material y métodos. Con información de la Encuesta Nacional de Salud y Nutrición 2012, que incluyó a 5 766 mujeres, se construyó un índice de cobertura de atención continua (Cobac), integrando cinco indicadores de cobertura de intervenciones durante el embarazo, parto y puerperio. Re...

  1. Sutura continua frente a sutura interrumpida para la reparación del periné tras el parto

    OpenAIRE

    Ontañón Nasarre, Marta

    2010-01-01

    La reparación del periné tras un parto vaginal es una técnica quirúrgica responsable de una importante morbilidad materna. Esta Tesis Doctoral realiza una investigación con objeto de conocer si existe una técnica de sutura en la reparación del periné más favorable. El proyecto realiza un ensayo clínico randomizado doble ciego en el que participaron 445 mujeres a las que fue preciso realizar una reparación perineal tras el parto. Se asignaron dos técnicas de sutura aleatoriamente: una sutura i...

  2. Avaliação da qualidade da assistência hospitalar obstétrica: uso de corticóides no trabalho de parto prematuro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Letícia Krauss

    1999-01-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi avaliar a qualidade da assistência ao trabalho de parto prematuro, utilizando referentes, indicadores e padrões derivados de evidências científicas - ensaios clínicos controlados e meta-análises -, tomando como caso a corticoterapia anteparto. Foram analisados dados de sumários de alta relativos a sete maternidades públicas do Rio de Janeiro. O padrão utilizado para a análise de processo foi de 100%. Não foi possível estimar padrões de resultado - incidência esperada de síndrome de angústia respiratória e mortalidade neonatal - para os referentes previstos, em razão da impossibilidade de ajustar os resultados para idade gestacional, poderoso fator interveniente. A utilização da corticoterapia antenatal pelos serviços analisados foi irrisória, cerca de 4% e 2%, para os referentes relativos a pacientes com menos de 34 semanas e com até 36 semanas de idade gestacional, respectivamente. A falha no uso da corticoterapia antenatal quando indicada merece a atenção de planejadores e gestores do setor, tendo em vista a fácil incorporação de tal tecnologia, bem como os benefícios e os custos desta, em comparação com aqueles associados à assistência neonatal a bebês prematuros.

  3. Parâmetros hemogasométricos e equilíbrio ácido-básico de cabritos nascidos de partos normais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diogo G. Camargo

    2012-12-01

    Full Text Available A adaptação à vida extra-uterina é período crítico para o recém-nascido. Inúmeras alterações ocorrem em diferentes sistemas e órgãos, incluindo a função respiratória e o equilíbrio ácido-básico. O presente trabalho objetivou constatar a ocorrência de acidose em cabritos recém-nascidos e obter parâmetros gasométricos e ácido-básicos dos mesmos, até as 24 horas de vida. Para tanto, foram utilizados 33 cabritos, sem distinção de sexo. Amostras sanguíneas foram colhidas por venopunção jugular, imediatamente após o nascimento, aos cinco, dez e 15 minutos, e às 24 horas de vida, para determinação do pH, pressão parcial de oxigênio (pO2, pressão parcial de dióxido de carbono (pCO2, dióxido de carbono total (TCO2, concentração de bicarbonato (HCO3, excesso de bases (BE e a saturação de oxigênio (sO2 utilizando-se analisador portátil de gases sanguíneos. Observaram-se diferenças significativas entre os momentos nos valores gasométricos dos cabritos em todas as variáveis estudadas. Os cabritos recém-nascidos apresentaram acidose respiratória no período pós-parto imediato, normalizando-se às 24 horas de vida.

  4. Maternal depression and offspring’s cortisol concentrations in a Brazilian sample = Depressão materna e concentração de cortisol de recém-nascidos em uma amostra brasileira = La depresión materna y la concentración de cortisol del recién nacido en una muestra brasilieira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucci, Tania Kiehl

    2016-01-01

    Full Text Available Acredita-se que a depressão pós-parto (DPP possa prejudicar diversos aspectos do desenvolvimento infantil, incluindo alterações das funções do eixo Hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA. A associação entre depressão materna e nível de cortisol salivar dos filhos foi investigada em três amostras brasileiras diferentes: ao nascimento (N=58, aos quatro (N=64 e 36 meses (N=81 após o parto. Mães preencheram a Escala de Depressão Pós-parto de Edinburgh aos 4 e 36 meses após o parto. Por meio da ANOVA resultados indicaram diferença marginal com tamanho de efeito moderado na concentração de cortisol com maiores concentrações em recém-nascidos cujas mães desenvolveram depressão pós-parto em comparação ao grupo controle. Contrariando nossa hipótese, esta diferença no nível de cortisol basal não foi encontrada aos quatro e aos 36 meses. Admitindo que os filhos de mães com sinais de DPP nascem com níveis basais de cortisol ligeiramente mais altos, esta diferença não foi verificada em momentos posteriores

  5. Symptoms of postpartum depression and early interruption of exclusive breastfeeding in the first two months of life Sintomas de depressão pós-parto e interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo nos dois primeiros meses de vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Hasselmann

    2008-01-01

    Full Text Available This study evaluates the association between postpartum depression and interruption of exclusive breastfeeding in the first two months of life. Cohort study of 429 infants Avaliou-se a associação entre depressão pós-parto e interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo nos dois primeiros meses de vida. Estudo de coorte com 429 crianças < 20 dias de idade em quatro unidades de saúde no Rio de Janeiro, Brasil. Considerou-se como interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo a introdução de chá, água, suco, leite artificial ou qualquer outro alimento. Na avaliação da depressão pós-parto utilizou-se a Edinburgh Post-natal Depression Scale. Associações foram expressas como razões de prevalências (linha de base e riscos relativos (primeiro e segundo meses de vida e respectivos intervalos de 95% de confiança estimados via regressão de Poisson com variância robusta. Filhos de mulheres com sintomas de depressão pós-parto apresentam maior risco de interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo nos dois meses de seguimento (RR = 1,46; IC95%: 0,98-2,17 e RR = 1,21; IC95%: 1,02-1,45, respectivamente. Entre mães que amamentam exclusivamente até o primeiro mês de vida, depressão pós-parto não se associou à interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo (RR = 1,44; IC95%: 0,68-3,06. Esses achados apontam para a importância da saúde mental materna no sucesso do aleitamento materno exclusivo.

  6. Parâmetros reprodutivo e metabólico de vacas da raça Guzerá suplementadas no pré e pós-parto Reproductive and metabolic parameters of Guzerá cows supplemented in pre and postpartum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Marcondes de Godoy

    2004-02-01

    Full Text Available Foram utilizadas 30 vacas da raça Guzerá (10 por tratamento, suplementadas no pré-parto (PRE, pós-parto (POS e sem suplementação (SS com os objetivos de avaliar no pós-parto as variações do peso corporal (PC, do escore de condição corporal (ECC (1 = muito magra a 9 = muito gorda e dos níveis plasmáticos de colesterol total (NPCT, o índice de prenhez (IP até 112 dias pós-parto e a viabilidade econômica dos tratamentos PRE e POS, que constou de 1 kg/dia/animal de concentrado (16% PB; 3000 kcal ED/kg. O PC e o ECC foram obtidos a cada 28 dias, e colheitas de sangue semanalmente para análise dos NPCT até 112 dias pós-parto. O PC e o ECC tiveram interação dias pós-parto x tratamento. O tratamento PRE aumentou o PC e o ECC das vacas ao parto: 477,80 kg e 6,20 respectivamente, em comparação com os tratamentos POS e SS de 453,37 kg e 5,5; 447,57 kg e 5,28, respectivamente. O PC e o ECC do tratamento PRE foi superior de 28 a 84 dias comparado ao SS, enquanto o tratamento POS foi superior apenas de 84 a 112 dias pós-parto. O tratamento POS não diferiu do PRE no PC de 56 a 112 dias pós-parto e no ECC de 28 a 112 dias pós-parto. O tratamento POS proporcionou aumento do PC e ECC das vacas, já os tratamentos PRE e SS perderam PC e ECC até 112 dias pós-parto. O PC e ECC dos tratamentos PRE, POS e SS aos 112 dias pós-parto foram de 457,79 kg e 5,38; 461,87 kg e 5,66; 436,57 kg e 4,78, respectivamente. Os NPCT tiveram efeito dos dias pós-parto, mas não de tratamento, aumentando com os dias pós-parto. Os IP não foram influenciados pelos tratamentos PRE, POS e SS com 50,00; 62,20 e 57,14%, respectivamente. Economicamente a suplementação não foi viável.Thirty Guzera cows (10 by treatment, supplemented in the prepartum (PRE and postpartum (POS and without supplementation (SS were used to evaluate, in the postpartum, the variation of body weight (BW, body condition score (BCS (1 = very thin to 9 = very fat and levels of serum

  7. INCONTINÊNCIA URINÁRIA AUTORREFERIDA NO PÓS-PARTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Biguetti Martins Lopes

    2010-01-01

    Full Text Available Se trata de un estudio epidemiológico, transversal, que entrevistó a 288 mujeres con hasta seis meses del parto, que son frecuentadoras de un servicio de salud del municipio de Sao Paulo. Tuvo como objetivo caracterizar la ocurrencia de incontinencia urinaria automanifestada por las mujeres en el período de posparto. Los resultados mostraron que entre las 71 mujeres con incontinencia automanifestada, 20 (28% informó que la pérdida involuntaria de orina interfiere con su vida cotidiana; 38 (53.5% eran primiparas; 277 no estaban orientadas a la preparación del perineo durante el embarazo o en el posparto. Se encontró que las mujeres después del parto no informan al profesional de la salud sobre la aparición de la incontinencia urinaria, y las que lo hacen no reciben tratamiento. El embarazo y el posparto son momentos importantes para la prevención de la morbilidad.

  8. Costumbres y tradiciones en torno al embarazo y al parto en el México virreinal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodríguez, Martha Eugenia

    2000-12-01

    Full Text Available Se analizan los cuidados y prácticas que se llevaban a cabo durante el embarazo y el parto en la Nueva España. Prácticas que podían ser de carácter supersticioso, religioso o profano y que era importante valerse de ellas debido a que el embarazo se veía como un proceso natural y fisiológico y, a su vez, el momento del parto era temido porque se corría el riesgo de perder la vida.

    Otros apartados que se comentan son el de la operación cesárea, cuya práctica se introdujo en la Nueva España en el siglo XVIII en medio de mucha resistencia por parte de los profesionales de la salud; el aborto, que fue fuertemente sancionado no sólo por parte de la Iglesia, sino también del Real Tribunal del Protomedicato y, finalmente, la profesión de la partera, quien no obstante que no contaba con una formación académica, resolvía un problema de salud a todas las clases sociales.

  9. Modelos contemporáneos de asistencia al parto: Cuerpos respetados, mujeres que se potencian

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Magnone Alemán

    2013-08-01

    Full Text Available El artículo presentado estudia los modelos de atención contemporáneos al parto en Uruguay. Se nutre teóricamente de teoríassociológicassobre el riesgo, el cuerpo y la medicalización de la sociedad, de los modelos de atención a la salud humana definidos por la antropóloga David Floyd, y de perspectivas feministas sobre la sexualidad. Para su elaboración se toman entrevistas en profundidad y grupos de discusión realizados en el marco de la tesis de maestría en sociología de la autora. Sobre esta base se reflexiona en torno a las siguientes preguntas: ¿Qué concepciones de individuo y de cuerpo tienen los distintos modelos de atención al parto? ¿Qué prácticas obstétricasse establecen como consecuencia de estas concepciones? ¿Qué efectos tiene cada modo de atención sobre el respeto o no de los derechos humanos de las mujeres que paren?

  10. Solução oral escalonada de misoprostol para indução do parto: estudo piloto Titrated oral solution of misoprostol for labour induction: a pilot study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Sandro Rolland Souza

    2010-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a efetividade e a segurança da administração de uma nova formulação de misoprostol em solução por via oral, com doses escalonadas, para indução do parto de feto vivo a termo. MÉTODOS: realizou-se um estudo multicêntrico, do tipo ensaio clínico, aberto, não-randomizado, no período de Julho a Dezembro de 2008. Foram incluídas 30 pacientes com indicação de indução do trabalho de parto, a termo, com feto vivo, índice de Bishop 5. Foram excluídas mulheres com cicatriz uterina, cardiotocografia alterada, gestação múltipla, restrição de crescimento fetal, hemorragia genital e presença de tumores, ulcerações ou malformações genitais. A dose inicial da solução oral foi de 20µg/h de misoprostol, nas primeiras 6 horas, aumentando em 20µg/h de misoprostol a cada 6 horas, se o trabalho de parto não fosse deflagrado, até uma dose máxima de 80µg/h, nas primeiras 24 horas, mantendo a dose máxima (80µg/h por mais 24 horas, se necessário. RESULTADOS: o trabalho de parto foi induzido satisfatoriamente em 96,7% das gestantes. O intervalo entre a primeira dose e o início das contrações uterinas foi de 3,8±1,8 horas, enquanto o intervalo entre a dose inicial e o parto variou entre 6 e 24 horas. A frequência de parto vaginal foi de 80% (n=24. A maioria das gestantes iniciou o trabalho de parto com a dose de 20µg/h (