WorldWideScience

Sample records for parto em primigestas

  1. Fatores determinantes para as expectativas de primigestas acerca da via de parto Primigravid expectations about the delivery method and the causal factors for their choice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Porto Tedesco

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: conhecer as expectativas de primigestas com relação à via de parto, bem como os motivos de sua escolha, procurando melhorar a qualidade do relacionamento médico-paciente. MÉTODOS: foi realizado estudo do tipo qualitativo por meio da análise do sujeito coletivo, incluindo primigestas atendidas de setembro a novembro de 2003 nos pronto-socorros dos serviços da Faculdade de Medicina de Jundiaí. Foi aplicado questionário especialmente elaborado para responder aos objetivos propostos pela pesquisa o questionário é baseado nas dúvidas apresentadas por pacientes que freqüentaram o serviço meses antes da elaboração do projeto. O consentimento livre e esclarecido, assinado pela gestante e por um dos pesquisadores responsáveis. Foi obtido para fins de padronização da amostra a seleção das pacientes seguiu critérios de inclusão: idade maior que 16 anos, primigestas, que estivessem recebendo assistência pré-natal e consentimento pós-informado lido e esclarecido. Foram considerados critérios de exclusão pacientes mentalmente incapacitadas e gestantes de alto risco com doenças que pudessem interferir na escolha da paciente. RESULTADOS: a população estudada teve como perfil mais prevalente mulheres com mais de 21 anos, brancas, casadas, com segundo grau completo e que estavam no terceiro trimestre da gestação. A via de parto de preferência da maioria das mulheres (90% foi o parto vaginal normal, sendo que as principais justificativas foram: a praticidade para sua realização (94% e o medo do sofrimento e dor no pós-parto causados pela cesárea. Encontramos relação entre a preferência pelo parto vaginal com mulheres de maior idade, casadas, não havendo diferença significativa entre as raças. CONCLUSÃO: estes resultados nos mostram enorme contraste entre a preferência das mulheres e os altos índices de cesárea no Brasil. Concluímos que deve haver falha de informação, falta de diálogo entre os

  2. primigestas solteras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José J. Amar Amar

    2005-01-01

    Full Text Available El embarazo en la adolescencia puede llevar a situaciones de riesgo para la joven y para su hijo, ya que ésta debe enfrentarlo cuando quizás aún no ha podido elaborar las pérdidas del mundo infantil; además está atravesando una etapa de crisis en la maduración psicoafectiva y biológica, y no ha perfilado ni definido su autoconcepto, ni ha logrado una autonomía personal (Machargo, 1991; por esto, hacerse cargo sola de la crianza de su hijo aumenta el riesgo para ambos. Este artículo presenta los resultados de la investigación “Autoconcepto en adolescentes embarazadas primigestas solteras de estrato socioeconómico bajo en la ciudad de Barranquilla”. El diseño utilizado para la investigación fue de carácter descriptivo; la muestra seleccionada fue de 30 adolescentes embarazadas primigestas, solteras, de estrato socioeconómico bajo, en la ciudad de Barranquilla, a quienes se aplicó la prueba de autoconcepto de Tennessee (Fitts, 1988. Los resultados de este estudio nos llevaron a identificar las características del autoconcepto de las adolescentes embarazadas primigestas solteras, a través de sus dimensiones internas (identidad, autosatisfacción y conducta y externas (ser físico, ético - moral, personal, familiar y social desde la teoría multidimensional de Fitts (1988. Los tesultados muestran tendencia baja en la mayoría de sus dimensiones.

  3. Pressões retais e anais em primigestas ao defecar Rectal and anal straining pressures in primigravidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilmar Artur Klug

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: O estudo teve o objetivo de avaliar as mudanças nas pressões do reto e ânus de primigestas ao simular defecação. MÉTODOS: Selecionamos 60 mulheres no Ambulatório de Pré-natal e no de Cirurgia da Santa Casa de São Paulo. Estas formaram quatro grupos de 15: a grupo-controle: nuligestas; b primigestas no 1º trimestre; c primigestas no 2º trimestre; d primigestas no 3º trimestre. Em todas realizamos manometria retal e anal e as seguintes medidas: a pressão retal em repouso; b pressão retal ao esforço de defecação; c pressão anal à defecação. RESULTADOS: Observamos que as pressões retais ao esforço de defecar aumentam em grávidas em menor proporção que nas nuligestas; estas pressões caíram de 53,9 ± 17,9 em nuligestas para 36,3± 19,6, 38,1 ± 16,2 e 30,5 ± 17,0 nos três trimestres. As pressões anais de defecação foram maiores nas nuligestas (46,9± 17,6 que nas gestantes, respectivamente 37,5 ± 15,5, 32,1 ± 6,2 e 32,9 ± 8,7. Houve maior queda das pressões anais na gestação mais avançada, que compensa a dificuldade para elevar a pressão intra-retal de esforço. CONCLUSÃO: A gravidez altera as pressões retais e anais ao simular defecação, diminuindo- as, mas de forma a compensarem-se mutuamente.OBJECTIVE: This study intended to evaluate rectal and anal straining pressures in primigravidae, at simulated defecation. METHODS: The present study is based on 60 women from de Antenatal Care of Santa Casa de Misericórdia - São Paulo. Patients were divided into four groups of 15: a Control group: nuligravidae; b 1st trimester primigravidae; c 2nd trimester primigravidae; d 3rd trimester primigravidae. All patients underwent rectal and anal measurements to obtain: a Resting rectal pressure; b Straining rectal pressure; c Minimal straining anal pressure. RESULTS: Data was analyzed using statistical methods and reached, the same results: it was observed that the straining rectal pressure decreased from 53

  4. Do imaginário ao real: mitos e medos acerca do parto normal.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denismar Borges de MIRANDA

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: conhecer mitos e medos relacionados ao parto normal segundo primigestas ao término da gestação, e a confirmação ou não destes mitos e/ou medos durante o puerpério tardio. Método: trata-se de pesquisa descritiva com abordagem qualitativa utilizando a técnica de entrevista aberta em profundidade e aplicação de questionários em dois momentos distintos: inicialmente na condição de gestante e posteriormente como puérperas. Os dados foram levantados em uma maternidade pública na cidade de Goiânia após aprovação do comitê de ética em pesquisa (0004.0.168.000-08; análise de conteúdo foi estabelecida para identificação das categorias temáticas. Resultados: emergiram três categorias: A chegada de um bebê, O verdadeiro significado do parto normal e Mitos e medos que permeiam o nascimento. Conclusão: a dor foi identificada como principal fator cultural que interfere na escolha pelo tipo de parto em primigestas. E o parto normal esteve associado à desmistificação acerca do nascimento pelas puérperas.

  5. Diabetes nos partos hospitalares em sistemas de saude publico e privado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Regina de Souza Teixeira

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar tendências da presença do diagnóstico de diabetes mellitus em partos hospitalares. MÉTODOS: Estudo transversal com dados analisados de partos hospitalares de gestantes residentes em Ribeirão Preto, SP, no período de 1998 a 2007. Os dados foram obtidos no Centro de Processamento de Dados Hospitalares da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, referentes à categoria diabetes mellitus na gravidez. Os dados analisados foram: faixa etária, tipo de parto (vaginal ou cirúrgico, duração da internação e tipo de assistência pública (SUS ou privada (saúde suplementar e particular. RESULTADOS: Houve aumento de 3,9 vezes na proporção de partos com menção de diabetes em relação ao total de partos (p = 0,01. Esse aumento foi de 4,5 vezes nos partos pela assistência pública (p = 0,01 e de 3 vezes na assistência privada (p = 0,01. Observou-se aumento da presença de diabetes em todas as faixas etárias, proporcionalmente mais acentuado nas mais baixas. A frequência de parto cirúrgico nas gestações com menção de diabetes diminuiu de 64,5% em 1998/1999 para 39,8% em 2006/2007 na assistência pública; e na privada a frequência se manteve sempre acima de 90%. CONCLUSÕES: Houve tendência crescente da presença de diabetes mellitus nos partos hospitalares ao longo dos biênios, apesar da tendência de diminuição do número de partos e aumento da população feminina em idade reprodutiva residente em Ribeirão Preto. Essa tendência necessita não só de sua identificação e tratamento, mas também de intervenções pré-gestacionais que possam revertê-la.

  6. Perfil dos partos cesáreos em um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Costa Hoffmeister

    2015-02-01

    Full Text Available Introdução: A proporção de partos cesarianos no Brasil está muito além da preconizada pela Organização Mundial da Saúde, o mesmo ocorrendoem um Hospital Universitário de Porto Alegre, sul do Brasil. A taxa de cesáreas é considerada um indicador poderoso na avaliação da qualidade da assistência perinatal. Nosso objetivo foi analisar o padrão dos partos cesarianos e normais em um hospital universitário no período de2004 a 2012 quanto à média de permanência, faixa etária da parturiente, taxa de infecção relacionada ao parto, tipo de pagador e idade gestacional. Métodos: Estudo de coorte retrospectivo, observacional, com dados coletados no Sistema de Indicadores de Gestão (IG de um Hospital Universitário, abrangendo o período de2004 a 2012. Resultados: A taxa de cesárea no hospital universitário nos anos analisados foi em média 33,21%. Em relação às cesarianas realizadas nesta instituição durante o período em estudo, observou-se que: há uma maior prevalência de cesáreas em mulheres acima de 40 anos, ocorreu um crescimento de partos cesarianos pré-termo, a média de permanência e taxa de infecção foram superiores em relação às mulheres submetidas ao parto vaginal, e houve predomínio de cesarianas na saúde suplementar quando comparada ao Sistema Único de Saúde. Conclusões: As elevadas taxas de cesárea no hospital universitário, embora acima do recomendado pela OMS, são justificadas por se tratar de um hospital terciário e estão em conformidade com o padrão observado no país.

  7. Estágio em uma casa de parto do Japão: relato de experiência

    OpenAIRE

    Hoga, Luiza Akiko Komura

    2005-01-01

    O conhecimento da assistência ao parto desenvolvida em outras sociedades pode promover a autocrítica a respeito de nossas próprias práticas. Este artigo relata a experiência de um estágio desenvolvido em uma Casa de Parto do Japão. A Instituição oferece assistência pré-natal, grupo de educação em saúde, ioga, hidroginástica, assistência ao parto e puerpério, cuidado com o recém-nascido, visita domiciliar e consulta de enfermagem da puérpera e recém-nascido. Os princípios que norteiam a assist...

  8. AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA AO PARTO NORMAL EM UMA MATERNIDADE PÚBLICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Francisco Ribeiro

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo/Objetivos: Investigar a qualidade da assistência ao parto normal em uma maternidade pública, conforme as normas da Organização Mundial de Saúde no município de Teresina/Piaui. Métodos: Estudo transversal, conduzido mediante pesquisa em prontuário e entrevistas com 91 puérperas. Três categorias (A, B e C classificaram a assistência em existente, não existente, ou de existência intermediária. Resultados: A maioria das puérperas e recém – nascidos foram assistidas por (médicos e enfermeiros obstetras e neonatologia. No momento da admissão (39,6% tinham dilatação cervical de 4 a 6 cm acompanhado de parto com duração de 1 a 5 horas (44%, recém-nascido com apgar nos primeiros sete minutos (75,8%. Quanto à frequência das avaliações realizadas no trabalho de parto obteve: toque vaginal uma avaliação/hora (38,5%, ausculta dos batimentos cardiofetais uma avaliação/hora (35,2%, verificação da pressão arterial materna uma avaliação / horas (30,8% e dinâmica uterina (60,4% não verificada. Da frequência das práticas utilizadas na assistência ao parto normal, conforme protocolo para a assistência ao parto da Organização Mundial de Saúde as três categorias foram existentes Conclusão: o estudo mostra que a maternidade se encontra em uma situação privilegiada quanto as praticas que devem ser incentivadas. Descritores: Avaliação de serviços de saúde; Trabalho de parto; Parto normal; Atenção à saúde.

  9. Via de parto em gestações sucessivas em adolescentes: estudo de 714 casos Route of delivery in successive gestations in adolescents: study of 714 cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vamberto Oliveira de Azevedo Maia

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a associação da via de partos consecutivos de 714 gestantes adolescentes, que pariram na Maternidade do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, no período de janeiro a dezembro de 2001. PACIENTES E MÉTODOS: em estudo prospectivo, analítico, transversal, tipo incidência, foi analisada a sucessão das vias de parto da primeira até a quarta gestação de 714 parturientes adolescentes, com idade variando entre 13 e 19 anos (média 17,2±1,5 anos. Identificando-se, no livro da sala de parto, a cada dia, as adolescentes que pariram, após ter obtido o consentimento livre e esclarecido, cada uma respondeu a um questionário estruturado, com 65 perguntas diretas e respostas fechadas, pré-codificadas, entre as quais estavam vias de parto e o número de gestações. RESULTADOS: observou-se que 527 (73,8% adolescentes tiveram uma única parturição, 149 (20,9% duas parturições, 35 (4,9% três partos e 3 (0,4% quatro partos. Dentre os 273 partos cesáreos, 207 (75,8% ocorreram em primíparas, 65 (23,8% em paucíparas e 1 (0,4% em multípara. Houve associação estatisticamente significante entre via de parto da primeira e da segunda parturições; em 83 (55,7% gestantes adolescentes quanto à via transvaginal e em 41 (27,5%, para a via cesárea. Coincidiram também as vias de parto de segunda e terceira parturições, em 23 (65,7% gestantes adolescentes no parto transvaginal e em outras 10 (28,6% na cesárea. CONCLUSÃO: identificou-se tendência da coincidência das vias de parto em gestações sucessivas em parturientes adolescentes, até a terceira parturiçãoPURPOSE: to analyze the association between modes of consecutive deliveries of 714 adolescents attended at the Maternity sector of the Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (Federal University of Pernambuco, from January to December 2001. PATIENTS AND METHODS: according to a prospective, analytic, transversal, and incidence

  10. Leucograma e metabolismo oxidativo de neutrófilos em cabras da raça Saanen nos períodos de gestação, parto e pós-parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joandes H. Fonteque

    2013-12-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo a avaliação do leucograma e do metabolismo oxidativo de neutrófilos em fêmeas caprinas da raça Saanen, nos períodos de gestação, parto e pós-parto. Amostras de sangue foram colhidas de 20 fêmeas nulíparas da raça Saanen, clinicamente sadias por venipunção jugular aos 49 (M1, 42 (M2, 35 (M3, 28 (M4, 21 (M5, 14 (M6, sete (M7, três (M8 dias antes do parto, no dia do parto (M9, três (M10 e sete (M11 dias após o parto, para a realização do leucograma e dosagens séricas de cortisol, estradiol e progesterona. A partir de 28 dias (M4 antes do parto até sete dias do pós-parto (M11 foram colhidas amostras de sangue para a avaliação do metabolismo oxidativo de neutrófilos por meio do teste de redução do tetrazólio nitroazul (NBT. Os resultados demonstraram que no dia do parto houve aumento nas concentrações séricas de cortisol e estradiol, e diminuição da progesterona, leucocitose por neutrofilia e desvio à esquerda leve, diminuição dos linfócitos, aumento da relação neutrófilo:linfócito, eosinopenia, monocitose e basofilia. No sétimo dia do pós-parto houve leucocitose por neutrofilia e aumento da relação neutrófilo:linfócito. Não houve nos períodos de gestação, parto e pós-parto alterações significativas no metabolismo oxidativo dos neutrófilos. Conclui-se que o parto determina elevação da concentração sérica de cortisol e estradiol, e diminuição da progesterona determinando quadro de leucocitose por neutrofilia e desvio à esquerda leve, com diminuição dos linfócitos, aumento da relação neutróflo:linfócito, eosinopenia, monocitose e basofilia. Ao sétimo dia do pós-parto há leucocitose por neutrofilia, aumento da relação neutrófilo:linfócito e do fibrinogênio. A gestação, o parto e o período do pós-parto não alteram o metabolismo oxidativo de neutrófilos avaliado por meio do teste de redução do NBT.

  11. Mortes de mulheres internadas para parto e por aborto e de seus conceptos em maternidades públicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pauline Lorena Kale

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi analisar mortes de mulheres internadas para parto e por aborto, e de seus conceptos – fetais e neonatais – em maternidades públicas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Niterói (RJ, em 2011. Estudo seccional de base hospitalar. Participaram 7.845 mulheres resultando em um óbito materno, 498 abortos, 65 óbitos fetais, 44 óbitos neonatais e 7.291 sobreviventes infantis. Dados foram obtidos por meio de entrevista, consulta ao prontuário, cartão da gestante e no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM. Foi descrita a população de estudo e estimados a concordância da causa básica (SIM e certificada pela pesquisa e os indicadores de mortalidade. A mortalidade materna foi 13,6 por cem mil nascidos vivos (NV, fetal 8,8‰ nascimentos e neonatal 6,0‰ NV. Misoprostol foi o medicamento mais utilizado no aborto provocado. Transtornos respiratórios e fatores maternos foram as principais causas entre óbitos fetais e neonatais. Sífilis congênita, diabetes e causas de morte fetal não especificada foram subdeclaradas no SIM. Os coeficientes kappa por capítulo foram 0,70 (neonatais e 0,54 (natimortos. A assistência de boa qualidade no planejamento reprodutivo, pré-natal, durante o parto e nascimento resultará na prevenção das mortes.

  12. Nível de ruído em sala de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Lima de Campos Oliveira

    2011-01-01

    Full Text Available El presente estudio tuvo por objetivo identificar los niveles de presión acústica en salas de parto y las fuentes que producen ruido. Se trata de un estudio cuantitativo, descriptivo, exploratorio. La recolección de los datos se hizo de octubre de 2008 a julio de 2009. Se utilizó un decibelímetro para registrar los niveles de presión acústica y la observación no estructurada para identificar las fuentes generadoras de ruido. Se realizaron 2928 minutos de registros de ruido y observación. Los valores de niveles de presión acústica equivalentes (Leq, fueron calculados por el software Quest Suit. Se identificó Leq promedio de 69,6 dBA (± 3,69 en partos normales y 65,4 dBA (± 2,28 en cesáreas. El diálogo entre los profesionales fue la fuente más frecuente de ruido. Los niveles de presión sonora registrados son superiores a los recomendados por organismos especializados, y la principal fuente de ruido se relaciona con la conducta de los profesionales. Es necesario implementar programas educativos con el fin de minimizar el ruido y mejorar la atención del recién nacido, de su familia y las condiciones de trabajo.

  13. Resultados da assistência ao parto no Centro de Parto Normal Dr. David Capistrano da Costa Filho em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil Results of childbirth care at a birthing center in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibylle Emilie Vogt Campos

    2007-06-01

    Full Text Available A qualidade da assistência prestada em Centro de Parto Normal (CPN por enfermeira obstetra é amplamente questionada. Foi realizado um estudo descritivo e retrospectivo de 2.117 partos ocorridos entre janeiro de 2002 e julho 2003, no CPN Dr. David Capistrano da Costa Filho, em Belo Horizonte. Entre os principais resultados da assistência, destacam-se a taxa de transferência materna com 11,4%; a taxa de cesárea com 2,2%; a taxa de admissão em Centro de Tratamento Intensivo (CTI neonatal de 1,2%; e a taxa de Apgar This was a descriptive and retrospective study of 2,117 deliveries from January 2002 to July 2003 at the Dr. David Capistrano da Costa Filho Birthing Center in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil. Widespread questions have been raised concerning the quality of services provided at birthing centers by obstetric nurses. The results of the current study were: 11.4% maternal transfer rate; 2.2% cesarean sections; 1.2% neonatal ICU admissions; and 1% 5-minute Apgar scores below 7. Delivery dystocia and the request for epidural anesthesia were the main reasons for maternal transfer, and respiratory distress was the main cause of neonatal ICU admission. Corrected neonatal mortality was 2 per 1,000 live births. The results at this birthing center did not differ significantly from those in a review of the international literature. The most striking finding was the low cesarean rate. Comparative studies and more comprehensive national data on low-risk gestations are needed.

  14. Idade materna como fator de risco: estudo com primigestas na faixa etária igual ou superior a 28 anos La edad materna como un factor de riesgo: estudio com primigestas en la facha etaria igual o superior a 28 años Maternal age as a risk factor: a study on first time pregnant women with age equal or higher than 28 years old

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Maria Garcia de Lima Parada

    1999-10-01

    Full Text Available Trata-se de estudo transversal, cujo objetivo foi analisar a idade materna como fator de risco ou não, através da verificação de intercorrências na gestação, parto e puerpério de primigestas com idade igual ou superior a 28 anos e das condições de nascimento e alta de seus recém-nascidos, comparando-as com o grupo de primigestas na faixa etária de 20 a 27 anos. Foi realizado em Botucatu/S.P., no período de janeiro de 1990 a junho de 1995. A análise estatística, discutida ao nível de 5% de significância, foi realizada através da prova de Mann-Whitney, teste de Goodman e avaliação do risco relativo e risco relativo corrigido, através da técnica de Mantel-Haenszel. Concluiu-se que a idade materna igual ou superior a 28 anos não constituiu fator de risco gestacional, puerperal e intra-parto mas, por outro lado, foi fator de risco, mesmo após controlado o tipo de parto, para as seguintes intercorrências perinatais: taquipnéia transitória do recém-nascido, cianose generalizada ao nascer e infecção neonatal.Es un estudio que tiene por objetivo analizar la edad materna como factor de riesgo o no, a través de la verificación de complicaciones en la gestación, parto y puerperio de primigestantes con edad igual o superior a 28 años, así como también las condiciones de nacimiento y alta de sus recien nacidos, haciendo una comparación con los grupos de primigestas en la facha etaria de 20 a 27 años. Se realizó en Botucatu/SP, del enero, 1990 al junio, 1995. El análisis de las estadísticas discutidas, tuvo un nivel significante de 5%, estas fueron realizadas a través de la prueba de Mann-Whitney y teste de Goodman. La evaluación del riesgo relativo y riesgo relativo corregido, fueron hechas a través de la técnica de Mantel-Haenszel. Se concluye que la edad maternal igual o superior a 28 años no constituye un factor de riesgo gestacional, puerperal e intra-parto, pero por outro lado, fue un factor de riesgo, mismo

  15. PARTO DOMICILIAR: AVANÇO OU RETROCESSO?

    OpenAIRE

    Sanfelice, Clara Fróes de Oliveira; FACULDADE DE ENFERMAGEM/ UNICAMP; Shimo, Antonieta Keiko Kakuda; FACULDADE DE ENFERMAGEM/ UNICAMP

    2014-01-01

    Parir em casa representa uma modalidade de atenção ao parto em ascensão na sociedade brasileira atual, embora em proporção pouco representativa quando comparada ao número de partos hospitalares. No Brasil, o tema tem sidoamplamente debatido por diferentes categorias profissionais, com destaque para a questão da segurança envolvidano processo. Este artigo, de cunho teórico-reflexivo, tem como objetivo apresentar um breve panorama globalda assistência ao parto domiciliar, problematizando a real...

  16. Fatores prognósticos para o parto transvaginal em pacientes com cesárea anterior Prognostic factors for vaginal delivery after cesarian section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santos

    1998-07-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi determinar os fatores prognósticos para a ultimação do parto por via transpélvica em gestantes com cesárea anterior admitidas em trabalho de parto no CAM-IMIP. Foi realizado um estudo tipo caso-controle, analisando os partos de pacientes com cesárea prévia assistidos no CAM-IMIP no período de janeiro/1991 a dezembro/1994. Foram considerados casos as pacientes com cesárea anterior (n=156 e controles as que tiveram parto transvaginal (n=338. Os critérios de inclusão foram: idade gestacional > 36 semanas, cesárea anterior há pelo menos 1 ano, concepto vivo, trabalho de parto espontâneo e apresentação cefálica fletida. Foram excluídas as gestações de alto risco, os casos de sofrimento fetal anteparto e pacientes com história de parto transpélvico anterior depois da cesárea. A análise estatística foi realizada em Epi-Info 6.0 e Epi-Soft, utilizando-se os testes chi² de associação, teste exato de Fisher e "t" de Student, bem como a odds ratio e seu intervalo de confiança a 95%. Análise de regressão logística múltipla foi efetuada para controle das variáveis confundidoras. O percentual de cesáreas no grupo estudado foi de 31,6%. Os fatores maternos que apresentaram associação significativa com o parto transvaginal foram a idade materna 35 anos (OR = 0,54, IC a 95% = 0,36-0,82, a história de parto vaginal anterior (OR = 1,6, IC a 95% = 1,01-2,55 e a indicação da cesárea anterior por doenças da gestação (OR = 3,67, IC a 95% = 1,19-12,02. Fatores como intervalo entre a cesárea anterior e o parto atual, outras indicações de cesárea e o tipo de histerorrafia não apresentaram associação significativa com o parto transpélvico. No modelo de regressão logística múltipla, persistiram como variáveis associadas significativamente ao parto vaginal a idade materna e a história de parto vaginal anterior. Os autores concluíram que sendo a idade materna Objectives: to determine

  17. A prova de trabalho de parto aumenta a morbidade materna e neonatal em primíparas com uma cesárea anterior?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matias Jacinta Pereira

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a morbidade materna e os resultados neonatais, bem como algumas características clínicas e epidemiológicas de primíparas com uma cesárea anterior, segundo a realização de cesárea eletiva (CE ou prova de trabalho de parto (PTP no segundo parto. PACIENTES E MÉTODO: trata-se de estudo de corte transversal retrospectivo do segundo parto em mulheres com uma cesárea prévia, atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM/UNICAMP, no período de 1986 a 1998. Os dados foram obtidos de 2068 prontuários clínicos que correspondiam a 322 casos de CE e 1746 de PTP. A análise dos dados foi realizada pela distribuição percentual dos casos de CE e PTP e das categorias das variáveis nestes dois grupos, com a diferença estatística avaliada pelos testes chi2, chi2 para tendência (chi2 trend e exato de Fisher, com nível de significância de 95%. RESULTADO: a indicação de CE diminuiu progressivamente com o tempo, passando de 22,6% em 1986 para 5% em 1998. A morbidade materna foi semelhante e reduzida nos dois grupos (1,24 e 1,21%. Não houve diferença significativa entre os grupos quanto ao índice de Apgar e natimortalidade, mas notou-se proporção significativamente maior de RN prematuros e com peso 4.000 g no grupo submetido à CE. A prevalência de CE foi significativamente maior em mulheres com idade >35 anos, história pregressa ou atual de síndrome hipertensiva, diabetes ou primeiro filho morto, bem como com alterações no volume do líquido amniótico. CONCLUSÕES: A realização da PTP aumentou progressivamente ao longo dos treze anos, sem aumento na morbidade materna e/ou neonatal. As indicações de CE obedeceram critério médico relacionado às condições clínicas maternas e/ou fetais desfavoráveis ao parto vaginal.

  18. O processo de trabalho na assistência ao parto em Londrina-PR El processo de trabajo en la asistencia del parto en Londrina-PR The working process in labor care in Londrina-PR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thelma Malagutti Sodré

    2007-03-01

    Full Text Available Neste estudo investigamos a assistência ao trabalho de parto no município de Londrina-PR, sob o recorte da decisão dos profissionais em prescrever jejum, enema e tricotomia. Os dados foram colhidos em cinco instituições, por meio de entrevistas com dez médicos obstetras, oito enfermeiras e uma obstetriz, em 2000. As entrevistas foram interpretadas por meio da análise do discurso, extraindo-se frases temáticas. O referencial teórico utilizado foi o materialismo histórico e dialético. A análise das frases identificou o processo de trabalho dessa assistência com seus elementos constituintes. O médico é o principal agente e único com poder de decisão. Tal poder é reforçado pelos instrumentos identificados - a prescrição médica, o trabalho das enfermeiras e o local de prática: o hospital. O saber que embasa essa prática é o modelo clínico, representado pelas intervenções não individualizadas que atendem antes às necessidades dos agentes do que às do seu objeto (a parturiente.En este estudio investigamos la asistencia al trabajo de parto en el municipio de Londrina-PR, bajo el recorte de la decisión de los profesionales en prescribir ayuno, enema y tricotomía. Los datos fueron cogidos en cinco instituciones, por medio de entrevistas a diez médicos obstetras, ocho enfermeras y una obstetriz, en el año 2000. Las entrevistas fueron interpretadas por medio del análisis del discurso, extrayéndose frases temáticas. El referencial teórico utilizado fue el materialismo histórico y dialéctico. El análisis de las frases identificó el proceso de trabajo de esa asistencia con sus elementos constitutivos. El médico es el principal agente, y único con poder de decisión. Tal poder es reforzado por los instrumentos identificados - la prescripción médica, el trabajo de las enfermeras y el local de práctica: el hospital. El saber en que se fundamenta esa práctica es el modelo clínico, representado por las

  19. Estudo do trabalho de parto (períodos de dilatação, expulsão, dequitação e de Greenberg em pacientes obesas no Conjunto Hospitalar de Sorocaba: aspectos maternos, fetais e perinatais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André de Araújo Rozas

    2011-03-01

    Full Text Available Objetivo: analisar em parturientes obesas os períodos do trabalho de parto (dilatação, expulsão, dequitação e de Greenberg e as repercussões maternas, fetais e perinatais. Método: estudo prospectivo de partos de pacientes obesas, comparando-as com um grupo de não obesas, identificadas através do Índice de Massa Corporal (IMC, assistidos no Conjunto Hospitalar (CHS e Hospital Santa Lucinda (HLS de Sorocaba de março de 2008 a janeiro de 2009. As variáveis pesquisadas foram as fases do parto (dilatação, expulsão, dequitação e de Greenberg, tipos de partos, intercorrências maternas, características e evolução de seus recém-nascidos no berçário. A análise estatística incluiu testes de diferenças entre proporções e de correlação. Resultados: foram estudadas 40 pacientes obesas, as quais tinham maior proporção em: idade de 20 - 29 anos (62,50%, casadas (45,00%, cor branca (57,50%, escolaridade de segundo grau incompleto (42,50%, provenientes de Sorocaba em 87,50%. A média de acompanhamento pré-natal foram nove consultas, provindas de Sorocaba (90,00%, maior proporção de multiparidade (60,00% e partos vaginais (77,50%. As fases de evolução do trabalho de parto (dilatação, expulsão, dequitação e de Greenberg foram similares em duração nos grupos de estudo e o de controle. Os recém-nascidos das obesas também não tiveram valores estatísticos significantes, em relação aos índices de vitalidade, sexo, peso e evolução em berçário, quando comparados aos parâmetros similares em recém-nascidos de pacientes não obesas. Conclusões: apesar citarem-se as possibilidades de várias patologias em parturientes obesas e em seus recém-nascidos, nesta pesquisa tais fatos não foram estatisticamente significantes quando comparados a um grupo de pacientes não obesas. Trabalho da Iniciação Cientifica - fomento através do CNPq.

  20. Combinação de butafosfan e cianocobalamina no metabolismo da glicose em vacas leiteiras após o parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V.C. Tabeleão

    Full Text Available RESUMO A hipótese deste estudo é de que o uso da combinação de butafosfan e cianocobalamina pode melhorar a resistência periférica à insulina, aumentar a quantidade de glicose disponível para a glândula mamária e a produção de leite. Assim, o objetivo foi investigar os efeitos combinados de butafosfan e cianocobalamina sobre o metabolismo da glicose em vacas leiteiras no período pós-parto. Vinte e uma vacas leiteiras foram divididas em dois grupos: grupo controle (CON, n= 11, que recebeu cinco aplicações de solução salina (20mL / animal 0,9% NaCl, e grupo Catosal(r (ABC, n= 10, que recebeu cinco aplicações de 20mL de uma solução contendo as substâncias butafosfan e cianocobalamina (B12 Catosal(r, 100mg da substância butafosfan e 50µg de cianocobalamina por mL. As aplicações foram realizadas por via intramuscular, nos dias sete, 12, 17, 22 e 27 pós-parto. As amostras de sangue foram coletadas para a avaliação das concentrações plasmáticas de fósforo, glicose, ácidos graxos não esterificados (AGNE, albumina, aspartato aminotransferase (AST e creatina quinase (CK. Nos dias oito e 28 pós-parto, os animais foram pesados e submetidos aos testes de tolerância à glicose e à insulina. O tratamento promoveu perda de peso (ABC 40,4kg, CON 10,73kg, P<0,05 e aumento da AST (ABC 62,92 ±3,31U/L, CON 53,11±3,49 U / L, P<0,05 e dos níveis de CK (ABC 134,09± 19,08U / L, CON 79,43 ± 18,27U / L. Os grupos não diferiram quanto ao metabolismo (área sob a curva da glicose nos dias oito e 28, porém os animais tratados tiveram um aumento na glicemia (P<0,05 no dia 28 pós-parto (97,54 ± 8,54mg / dL, após a administração de insulina, em comparação ao dia oito (83,01 ± 8,54mg / dL. Assim, pode-se concluir que a combinação de butafosfan e cianocobalamina melhora a adaptação do metabolismo da glicose em vacas leiteiras no início da lactação.

  1. Perinatal outcome of twin pregnancies delivered in a teaching hospital Resultado perinatal de gestações gemelares com parto em hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Almeida de Assunção

    2010-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This study aimed to evaluate the perinatal outcome of twin pregnancies delivered in a tertiary teaching hospital according to chorionicity. METHODS: A retrospective study involving 289 twin pregnancies delivered from January 2003 to December 2006 was carried out. Maternal and perinatal data were obtained from hospital charts and delivery logs. Chorionicity was determined by ultrasonography or histopathological study. RESULTS: Incidence of twin gestations was 3.4% and 96.4% were spontaneously conceived. 60.5% were dichorionic (DC, 30.8% of monochorionic diamniotic (MCDA, 6.6% monochorionic monoamniotic (MCMA and for 2.1% chorionicity was unknown. The mean gestation age at delivery was respectively 35.4, 33.6, 32.9 for DC, MCDA and MCMA. The mean birth weight was 2.171, 1.832 and 1.760 g respectively for DC, MC and MCMA. The proportion of fetuses delivered with less than 34 weeks in DC was of 21.7%, while in MCDA it was of 39.3% and in MCMA of 42.1%. Birth weight below the 10th centile occurred in 15.7% for DC, 22.5% for MCDA and 26.3% in MCMA. Congenital anomalies were observed in 21.3% in monochorionic and in 7.4% in the dichorionic. Lenght of hospital stay was shorter for DC when compared to MCDA and MCMA twins (13.1, 17.3 and 23.3 days, respectively. The proportion of twin pregnancies with both babies discharged alive were 85.7% in DC and 61.1% in MC. CONCLUSION: The rate of preterm deliveries and low birth weight is higher in monochorionic pregnancies when compared to dichorionic twins. However, when adjusted for complications such as fetal abnormalities and twin-twin transfusion syndrome, double survival rates were similar in the two groups.OBJETIVO: Avaliar o resultado perinatal nas gestações gemelares com partos em hospital universitário segundo a corionicidade. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 289 gestações gemelares com partos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no per

  2. Fatores associados à adequação do cuidado pré-natal e à assistência ao parto em São Tomé e Príncipe, 2008-2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Alexandra da Graça Dantas dos Reis

    2015-09-01

    Full Text Available Neste artigo, foram identificados fatores sociodemográficos associados com o cuidado pré-natal e com a assistência ao parto em São Tomé e Príncipe. A amostra foi composta por 1.326 nascidos vivos de mulheres de 15 a 49 anos que participaram do Inquérito Demográfico e Sanitário de São Tomé e Príncipe, 2008-2009. Foram utilizados modelos de regressão logística e multinomial multiníveis. A adequação global do cuidado pré-natal foi de 26% e da assistência ao parto de 7% quando realizado por médicos e de 76% quando realizado por enfermeiras/auxiliares. Os fatores associados ao pré-natal e à assistência ao parto adequados foram: ordem de nascimento, educação materna e o índice de bem-estar econômico. O local de residência se mostrou fator importante apenas em relação à assistência ao parto. Observou-se que os efeitos aleatórios referentes às áreas onde as mulheres residem exerceram impacto importante sobre a chance de realizar pré-natal adequado e parto com profissionais capacitados. A importância dos fatores socioeconômicos aponta para a elaboração de ações que visem reduzir a desigualdade social em São Tomé e Príncipe.

  3. Estudo ultra-sonográfico da involução uterina pós-parto em cadelas Ultrasonography study of the post-partum uterine involution in bitches

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S.T.S. Ferri

    2002-02-01

    Full Text Available Utilizando-se 15 cadelas no pós-parto, são descritas as características da involução uterina e determinado o diâmetro do útero, por meio de exames seriados de ultra-som em modo B (tempo real, no período de zero a 28 dias pós-parto. O diâmetro uterino declina progressivamente, sem influência da ordem de parto ou tamanho da ninhada. As características ultra-sonográficas do útero são melhor visualizadas na primeira semana pós-parto e a qualidade da imagem diminui com o progresso da involução. Pela técnica usada são visualizadas apenas três camadas constituintes da parede uterina.The ultrasonographic characteristics and the involution of the uterus were described in 15 pregnant bitches by serial B-mode (real time technique at period of 0 to 28 days postpartum. The uterine diameter decreased progressively, without influence of parity or litter size. The ultrasonographic image of the uterus is better view in the first week and the image quality is poor at subsequent weeks. The uterus was composed of only three ecographic layers.

  4. Amnioinfusão em trabalho de parto com líquido meconiado Amnioinfusion during labor with meconium-stained amniotic fluid

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo F. Savaris

    1999-08-01

    Full Text Available Objetivo: relatar a experiência com o uso da técnica de amnioinfusão nas pacientes em trabalho de parto que apresentam mecônio e verificar a incidência de complicações, da síndrome da aspiração do mecônio com o uso desse procedimento e de cesáreas. Método: foram estudadas retrospectivamente 20 gestantes a termo em trabalho de parto, com líquido amniótico meconiado no Centro Obstétrico de duas instituições do Sistema Único de Saúde no Estado do Rio Grande do Sul. A infusão inicial de 1000 ml de soro fisiológico não-aquecido foi feita a velocidade de 20 a 30 ml por minuto, depois reduzida para 3 ml por minuto. O líquido era drenado com a elevação da apresentação cefálica. Resultados: a amnioinfusão demonstrou-se de fácil aplicação, quando foi utilizado um cateter nasogástrico. Nenhuma paciente apresentou complicações importantes relacionadas com o procedimento. Não houve presença de mecônio abaixo das cordas vocais nos recém-nascidos. A incidência de parto cesárea foi de 3/20 (15%. Conclusões: a amnioinfusão é uma técnica de baixo custo e factível que não apresentou complicações nos casos relatados.Purpose: to report the personal experience with the use of the amnioinfusion technique in patients in labor presenting meconial amniotic fluid, and the incidence of complications, the meconium aspiration syndrome and of cesarean sections. Method: twenty patients at term and in labor with meconial amniotic fluid were evaluated retrospectively, at the delivery ward at two public institutions of Rio Grande do Sul. An initial infusion of 1.000 ml of normal saline solution at room temperature, at an infusion rate of 20-30 ml per minute was initiated and then reduced to 3 ml per minute. The liquid was drained by elevating the cephalic pole. Results: the procedure was feasible when a nasogastric catheter was used. None of the patients presented major complications related to the procedure. None of the neonates

  5. Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Tavares

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. A yes answer on one of the six interview questions was considered a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73 times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96 times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. Uma resposta afirmativa a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73 em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96 àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um n

  6. Estado nutricional de nutrizes adolescentes em diferentes semanas pós-parto Nutritional status of lactanting adolescents in different postpartum weeks

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Blondet de Azeredo

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as modificações do estado nutricional de nutrizes adolescentes em diferentes momentos no pós-parto. MÉTODO: estudo do tipo analítico observacional longitudinal, com acompanhamento de 50 nutrizes adolescentes da 5ª a 15ª semana pós-parto (SPP. O estado nutricional foi avaliado na 5ª, 10ª e 15ª SPP, com uso do Índice de Massa Corporal (IMC/idade. Foi utilizado o método colorimétrico para avaliação da hemoglobina e microcentrifugação para o hematócrito. Usou-se ANOVA com medidas de repetição e Tukey como pós-teste, para comparação das médias. Trabalhou-se com nível de significância de 5%. RESULTADOS: observou-se modificação no estado nutricional do período pré-gestacional para a 15ª SPP, com diminuição na frequência de voluntárias com baixo peso (de 21% para 9% e aumento nos casos de sobrepeso (de 21% para 27% e eutrofia (58% para 64%. Apesar de, em média, as concentrações de hemoglobina (12,3±1,7g/dL e hematócrito (39,0±4,0% apresentarem-se adequados, observou-se grande frequência de anemia (30% durante todo o período estudado. CONCLUSÃO: os resultados mostram incremento no peso corporal em função do tempo de lactação, aumentando o problema da obesidade na adolescência. Também foi apontado que a anemia é um problema nutricional, não apenas durante a gestação, mas também na lactação em adolescentes. Portanto, deve-se prevenir e tratar possíveis deficiências nutricionais subclínicas existentes neste momento biológico.PURPOSE: to evaluate changes in the nutritional status of lactating adolescents in different postpartum weeks. METHOD: this is an analytical, observational, longitudinal study. Lactating adolescents were followed-up from the 5th to the 15th postpartum week (PPW. The nutritional status was evaluated in the 5th, 10th and 15th PPW by the Body Mass Index (BMI/age. A colorimetric method was used to determine hemoglobin level and microcentrifugation to define

  7. Parto vertical em hospital universitário: série histórica, 1996 a 2005 Vertical-position births at a University Hospital: a time-series study, 1996 to 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odaléa Maria Brüggemann

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: descrever a evolução do número de partos horizontais e verticais na maternidade do Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil, e avaliar a associação dos mesmos com a taxa de cesárea, de internações dos recém-nascidos em unidade de tratamento intensivo e semi-intensivo e as transfusões sanguíneas maternas. MÉTODOS: estudo descritivo -série histórica. Foram incluídos todos os partos, as internações dos recémnascidos na Unidade de Terapia Intensiva e as transfusões sanguíneas maternas ocorridas de 1996 até 2005. Para testar as tendências, utilizou-se o método de Prais-Winsten para regressão linear generalizada. RESULTADOS: em 1996 a porcentagem de partos verticais era 5,4% e em 2005 foi 52,3%. A variação média anual dos partos verticais foi de +20,8% (p=0,007 e dos partos horizontais de -15,2% (pOBJECTIVES: to describe the evolution of the number of horizontal and vertical births in the maternity ward of the University Hospital of the Federal University of Santa Catarina, Brazil and to evaluate their correlation with the rates for caesarian, for transfer of newborns to intensive and semi-intensive care units, and maternal blood transfusions. METHODS: a time-series study. All births resulting in newborns being transferred to the Intensive Care Unit, and the maternal blood transfusions obstetrics ward between 1996 and 2005 were included in this study. In order to test the tendencies, the Prais-Winsten generalized linear regression method was used. RESULTS: in 1996 the percentage for vertical births was 5.4% and in 2005 52.3%. The average annual variance for vertical births was +20.8% (p=0.007, and for horizontal births -15.2% (p<0.001. Caesarian births showed a tendency to stabilize (p=0.243. There was a decrease of in the number of newborns transferred to the neonatal intensive care unit, 6.1% per year (p=0.001 and in the need of maternal blood transfusions (5.2% -p<0.01. CONCLUSIONS: the

  8. Resultados neonatais no parto vaginal espontâneo comparados aos dos partos com fórcipe de Simpson-Braun em primíparas Neonatal outcome of spontaneous deliveries as compared to Simpson-Braun forceps deliveries in nulliparous women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Belmiro Gonçalves Pereira

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar os resultados neonatais dos partos vaginais espontâneos ou assistidos com fórcipe de Simpson-Braun em nulíparas. MÉTODO: em estudo de corte retrospectivo foram avaliados dois grupos de primíparas atendidas no Centro Obstétrico do CAISM/UNICAMP, que tiveram parto vaginal sob analgesia epidural. O grupo fórcipe foi formado por 119 pacientes que tiveram parto a fórcipe de Simpson-Braun, e o grupo normal por 114 casos de parto vaginal espontâneo. Foram estudadas as variáveis neonatais imediatas como o estado do líquido amniótico e os índices de Apgar, assim como a evolução neonatal nos primeiros dias de vida. Para análise estatística foram utilizados os testes c², exato de Fisher e t de Student para comparação de médias e considerada significativa a diferença correspondente a pPURPOSE: to compare maternal and neonatal outcomes between spontaneous vaginal and Simpson-Braun forceps deliveries in nulliparous women. METHOD: a retrospective study including two groups of nulliparous women, who had vaginal delivery under peridural anesthesia in the obstetric unit of the CAISM-UNICAMP: the forceps group included 119 women who had Simpson-Braun forceps delivery, and the normal group included 114 women who delivered spontaneously. Neonatal outcomes, such as Apgar score and the evolution in the first days of life, were studied. Data were compared in both groups and, for statistical analysis, c² test, Fisher exact, and Student t tests were used. The differences were considered significant when p<0.05. RESULTS: the indications for Simpson-Braun forceps delivery were maternal-fetal relief (90 cases and abbreviation of the expulsive period (29 cases. In the forceps group there were 8 cases (6.7% of vaginal injuries; a similar result was observed in the normal group. The number of hospitalization days for the parturient and the newborns was identical, 2.4 days. The newborns in the two groups had similar Apgar scores

  9. Indução de partos em suínos: uso de cloprostenol associado com ocitocina ou carbetocina Farrowing induction in swine: use of cloprostenol associated with oxytocin or carbetocin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neimar Bonfanti Gheller

    2011-07-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de um análogo sintético da PGF2 (cloprostenol sodico, associado à ocitocina ou carbetocina, sobre a eficiência da indução ao parto em suínos. O experimento I foi realizado com 284 fêmeas, distribuídas em quatro tratamentos: cloprostenol; cloprostenol e 0,100mg de carbetocina; cloprostenol e 10UI de ocitocina; solução salina (NaCl 0,9%. No experimento II, foram utilizadas 276 fêmeas, distribuídas em quatro tratamentos: cloprostenol; cloprostenol e 0,10mg de carbetocina; cloprostenol e 0,05mg de carbetocina; cloprostenol e 10UI de ocitocina. A indução do parto foi realizada aos 113 dias de gestação, pela aplicação de 0,175mg de cloprostenol, via submucosa vulvar. A carbetocina ou a ocitocina foram aplicadas 24h após a aplicação de cloprostenol, pela via intramuscular. O intervalo indução-parto foi menor (P0,05 entre os tratamentos. A utilização de ocitócitos, em associação com cloprostenol, resulta em partos antecipados e mais sincronizados. O uso associado de cloprostenol e carbetocina reduz o tempo de parto e 99% ou mais dos partos ocorrem em até quatro horas após a aplicação de carbetocina, independentemente da dose utilizada.The aim of the present study was to evaluate the effect of a synthetic analogue of PGF2 (sodium cloprostenol associated to carbetocin or oxytocin on the efficiency of farrowing induction in swine. In Experiment I, 284 females were distributed in four treatments: - cloprostenol; - cloprostenol and 0.10mg of carbetocin; - cloprostenol and 10UI of oxytocin; and saline solution. In Experiment II, 276 females were distributed in four treatments: cloprostenol; cloprostenol and 0.10mg of carbetocin; cloprostenol and 0.05mg of carbetocin; and cloprostenol and 10UI of oxytocin. Farrowing induction was performed at 113 days of gestation using an injection of 0.175mg cloprostenol by vulvar submucosal route. Carbetocin or oxytocin was

  10. Estudo endócrino não invasivo e comportamental da gestação, parto e lactação da jaguatirica (Leopardus pardalis) em cativeiro

    OpenAIRE

    Cristina Harumi Adania

    2009-01-01

    Os perfis longitudinais dos metabólitos dos esteróides sexuais, progesterona e estrógenos, e dos glicocorticóides foram analisados para 22 eventos (gestação, parto e lactação) de 8 jaguatiricas mantidas em cativeiro. Três eventos foram oriundos da Transferência de Embrião (TE) e foram comparados àquelas que gestaram por fertilização natural. As análises estatísticas demonstraram haver diferenças altamente significativas para metabólitos de progesterona na fase inicial (P

  11. Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeiras de 2005 a 2009 em Florianópolis, SC Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeras de 2005 a 2009 en Florianópolis, Sur de Brasil Outcomes of planned home birth assisted by nurses, from 2005 to 2009, in Florianópolis, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Green Koettker

    2012-08-01

    Full Text Available Estudo transversal sobre resultados obstétricos e neonatais dos partos domiciliares planejados assistidos por enfermeiras obstétricas em Florianópolis, SC. Dados coletados nos prontuários de 100 parturientes assistidas de 2005 a 2009 apontam 11 transferências hospitalares, sendo nove submetidas a cesariana. A maioria das que pariram no domicílio apresentou batimentos cardíacos fetais (94,0% e evolução no partograma normais (61,0%, adotou posição vertical na água, no período expulsivo (71,9%, e os recém-nascidos receberam Apgar do 5° minuto > 7 (98,9%. A frequência de episiotomia foi 1,0%, 49,4% não necessitaram sutura perineal. Os resultados indicam que o parto domiciliar é seguro.Estudio transversal sobre resultados obstétricos y neonatales de los partos domiciliares planificados asistidos por enfermeras obstétricas en Florianópolis, Sur de Brasil. Datos colectados en los prontuarios de 100 parturientas asistidas de 2005 a 2009, señalan 11 transferencias hospitalarias, siendo nueve sometidas a cesárea. La mayoría de las que parieron en el domicilio presentó pulsaciones cardíacas fetales (94,0% y evolución en el partograma normales (61,0%, adoptó posición vertical en el agua, en el período expulsivo (71,9%, y los recién nacidos recibieron Apgar al 5° minuto >7 (98,9%. La frecuencia de episiotomía fue 1,0%, 49,4% no necesitaron sutura perineal. Los resultados indican que el parto domiciliar es seguro.A cross-sectional study was performed to analyze obstetric and neonatal results of planned home births assisted by obstetric nurses in the city of Florianópolis, Southern Brazil. Data collected from the medical records of 100 parturient women cared for between 2005 and 2009 indicated 11 hospital transfers, nine of which underwent a Cesarean section. The majority of women who had a home birth showed normal fetal heart beat (94.0% and progress on the partogram (61.0%, vertical water delivery was the position most

  12. Analgesia de parto em paciente com tetralogia de Fallot não corrigida: relato de caso Analgesia de parto en paciente con tetralogía de Fallot no corregida: relato de caso Labour analgesia in parturient with uncorrected tetralogy of Fallot: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Florentino Fernandes Mendes

    2005-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Embora a tetralogia de Fallot seja a mais comum das cardiopatias congênitas cianóticas, as publicações nacionais, relacionando essa doença com a prática anestésica são escassas. O objetivo deste relato é apresentar um caso de analgesia de parto em paciente portadora de tetralogia de Fallot não corrigida e diagnosticada durante a gestação. RELATO DO CASO: Paciente com 26 anos, 56 kg, 1,56 m, idade gestacional 32 semanas e 5 dias, com diagnóstico de tetralogia de Fallot realizado durante a gestação. Internou em trabalho de parto. A conduta obstétrica foi a de parto via baixa, sendo realizada analgesia através de bloqueio peridural com bupivacaína a 0,125% e fentanil (100 µg e colocação de cateter peridural. Após 1h30 minutos do início da analgesia, ocorreu o nascimento. O peso do recém-nascido foi 1485 g e o índice de Apgar 6 e 8 no primeiro e no quinto minutos, respectivamente. A paciente permaneceu estável e sem alterações hemodinâmicas e/ou eletrocardiográficas. CONCLUSÕES: A escolha da técnica anestésica é de fundamental importância no manuseio das pacientes com tetralogia de Fallot não corrigidas. Condições favoráveis do colo e boa dinâmica uterina, particularmente naquelas pacientes sem história de síncope, tornam-se imprescindíveis para uma boa indicação da analgesia de parto.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Aunque la tetralogía de Fallot sea la más común de las cardiopatías congénitas cianóticas, las publicaciones nacionales, relacionando esa enfermedad con la práctica anestésica son escasas. El objetivo de este relato es presentar un caso de analgesia de parto en paciente portadora de tetralogía de Fallot no corregida y diagnosticada durante la gestación. RELATO DEL CASO: Paciente con 26 años, 56 kg, 1,56 m, edad gestacional 32 semanas y 5 días, con diagnóstico de tetralogía de Fallot realizado durante la gestación. Internó en trabajo de parto. La conducta

  13. Avaliação reprodutiva pós-parto em Tapir (Tapirus terrestris: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Alvarenga de Oliveira

    2001-01-01

    Full Text Available O tapir ou anta, descrito como o maior mamífero terrestre brasileiro, pertence à ordem Perissodactila, subordem Hippomorfa, superfamília Tapiroidea e família Tapiridae. Na floresta úmida está envolvido com a dispersão de sementes em função das características do tubo digestivo. O acompanhamento do ciclo estral permite avaliar e compreender a atividade reprodutiva nas espécies animais. Nos animais silvestres, o estresse da contenção pode interferir na própria ciclicidade gonadal, uma das alternativas é o acompanhamento dos hormônios gonadais nas excretas. Buscamos neste trabalho o acompanhamento periódico da atividade gonadal através da quantificação de progesterona no leite. Utilizamos uma fêmea recém-parida no Zoológico de Araçatuba, da qual colhemos leite, esfregaço vaginal e temperatura retal. A progesterona foi quantificada por radioimunoensaio de fase sólida (Coat-a-Count, DPC® com curva padrão fornecida pela F.A.O. O ensaio mostrou sensibilidade de 1,25 nmol/l com coeficiente de variação intra-ensaio de 15,36%. Durante a fase de lactação, a fêmea não apresentou níveis detectáveis de progesterona por 158 dias (de novembro a abril. O primeiro pico de produção foi de 2,3 nmol/l e apresentou duração de 5 dias. O segundo pico de 3,54 nmol/l teve uma duração de 23 dias. Setenta e quatro dias após o aparecimento da progesterona no leite a lactação cessou. Podemos concluir que a fêmea de tapir apresentou um período de anestro lactacional de aproximadamente 5 meses e voltou a ciclar no outono (abril sugerindo pouca influência do fotoperíodo. A quantificação da progesterona no leite mostrou-se útil para o acompanhamento do ciclo estral na espécie, porém a variação da citologia vaginal e temperatura retal não apresentaram correlação com os níveis hormonais.

  14. Do parto institucionalizado ao parto domiciliar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Fróes de Oliveira Sanfelice

    2014-01-01

    Full Text Available El objetivo fue describir la experiencia vivida por un grupo de enfermeras en Campinas, SP, Brasil, acerca del proceso de transición de la atención institucionalizada para el parto domiciliario, en el período de 2011 a 2013. Relato de experiencia, cuyas reflexiones, percepciones y problemas enfrentados en este proceso fueron recolectados mediante la técnica lluvia de ideas. Se utilizó el análisis de contenido propuesto por Bardin, que emergieron cuatro categorías temáticas: experiencia del hospital, convivir con la violencia obstétrica; de vuelta a casa y desafíos de la atención domiciliaria. En conclusión, atender el parto en el hogar tiene ofrecido mayor satisfacción a las enfermeras, a pesar de diversos obstáculos, ya que es posible prestar asistencia a las mujeres y los recién nacidos que abarca tanto el concepto de integralidad como recomendaciones científicas actuales.

  15. Características da assistência ao trabalho de parto e parto em três modelos de atenção no SUS, no Município de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil Characteristics of labor and delivery care in three healthcare models within the Unified National Health System in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibylle Emilie Vogt

    2011-09-01

    Full Text Available Estudo transversal com 831 gestantes, de risco habitual, sobre o manejo do trabalho de parto num Centro de Parto Normal (CPN, num hospital vencedor do título "Galba de Araújo" (HG e numa maternidade com modelo assistencial prevalente (HP. O uso da ocitocina no CPN foi de 27,9%, no HG 59,5% e no HP 40,1%, enquanto a amniotomia foi realizada em 67,6%, 73,6% e 82,2% das mulheres, respectivamente. A realização da episiotomia foi menor nas modalidades com incorporação de práticas humanizadas: 7,2% no CPN e 14,8% no HG versus 54,9% no HP. A prática de oferta liberal no HG resultou numa taxa de analgesia superior (54,4% à do HP (7,7%. O percentual de internação dos recém-nascidos e o de parto a fórceps foram mais altas no HP, mas não houve diferenças para o índice de Apgar e para a taxa de cesárea. Os resultados sugerem resistência ao uso seletivo de intervenções em todos os modelos assistenciais, embora favoreçam o CPN como estratégia no controle das intervenções durante o trabalho de parto e parto nas gestantes de risco habitual sem prejuízos para as mulheres e os recém-nascidos.This cross-sectional study of 831 low-risk pregnancies compared the management of labor and delivery in a birthing center, a hospital that had previously won the "Galba de Araújo" Award (for excellence in obstetric and neonatal care, and a standard-protocol maternity facility. The rates for use of ocytocin during labor were 27.9%, 59.5%, and 40.1%, while amniotomy was performed in 67.6%, 73.6%, and 82.2% of the women, respectively. Episiotomy rates were lower in the first two facilities, which have adopted patient-centered obstetric practices (7.2% at the birthing center and 14.8% at the award-winning hospital as compared to 54.9% at the standard maternity facility. The liberal offer of epidural anesthesia at the awarding-winning hospital resulted in a higher anesthesia rate (54.4% as compared to the standard facility (7.7%. Forceps delivery and

  16. Patterns of deliveries in a Brazilian birth cohort: almost universal cesarean sections for the better-off Padrones de partos en una cohorte de nacimientos: cesáreas casi universales para los riesgos Padrões dos partos em uma coorte de nascimentos: cesarianas quase universais para os ricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aluísio J D Barros

    2011-08-01

    fueron entrevistadas aún en el hospital, cuando informaciones detalladas de la gestación, el parto y el recién nacido, junto con una historia de salud materna y características de la familia fueron colectadas. Características maternas y el financiamiento del parto fueron los principales factores estudiados. También se hizo descripción de la distribución de las cesáreas por hora del día y día de la semana. Técnicas de padrón de análisis descriptivo y pruebas chi-cuadrado para comparar proporciones y regresión Poisson para explorar el efecto independiente de predictores de la cesárea fueron los métodos utilizados. RESULTADOS: La tasa global de cesáreas fue de 45%, 36% entre pacientes del servicio público y 81% en el servicio privado, donde se relató que 35% de las cesáreas fueron electivas. Las cesáreas fueron más frecuentes martes y miércoles, con una reducción de cerca de un tercio los domingos, mientras que los partos normales presentaron distribución uniforme a lo largo de la semana. El horario de las cesáreas en el servicio público y en el privado fue muy diferente. La escolaridad materna se asoció positivamente con la cesárea entre las madres del servicio público, pero no del privado. CONCLUSIONES: La cesárea fue muy frecuente entre las madres más ricas, y fuertemente asociada con la escolaridad materna entre pacientes del servicio público. Los padrones descritos son compatibles con la hipótesis de que las cesáreas son hechas, en gran parte, para atender la conveniencia de las agendas de los médicos. La situación actual sólo será revertida con políticas radicales.OBJETIVO: Descrever o padrão dos partos em uma coorte de nascimentos, comparando partos normais e cesarianos. MÉTODOS: Todos os recém-nascidos de moradoras da área urbana de Pelotas (RS em 2004 foram recrutados para uma coorte de nascimentos. As mães foram entrevistadas ainda no hospital, quando informações detalhadas sobre a gestação, o parto e o rec

  17. Práticas assistenciais em reanimação do recém-nascido no contexto de um centro de parto normal Prácticas asistenciales en reanimación neonatal en el contexto de un centro de parto normal Care practices on the resuscitation of newborns in the context of a delivery center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Fernandes

    2005-12-01

    Full Text Available Aproximadamente 10 a 15% dos recém-nascidos (RNs apresentam dificuldades de adaptação ao nascimento, o que requer habilidade e prontidão dos profis-sionais para intervir nessas situações. Este estudo observacional, transversal objetivou descrever as práticas assistenciais empregadas em reanimação neo-natal em um Centro de Parto Normal de um hospital público de São Paulo. Observou-se 100 atendimentos prestados pela equipe profissional e os dados foram registrados em um instrumento checklist. A presença de líquido meconial foi constatada em 24 (24,0% partos e a aspiração das vias respiratórias foi realizada em 47 (47,0% RNs. Desse total, 3 (6,4% tiveram a traquéia aspirada e 26 (26,0% RNs receberam oxigenação, sendo que 5 (19,2% com máscara aberta e pressão positiva. Massagem cardíaca foi realizada em 1 (1,0% RN. Após a reanimação neonatal inicial, 6 (6,0%RNs foram transferidos à UTI neonatal devido desconforto respiratório.Aproximadamente entre 10 a 15% de los recién nacidos (RNs presentan dificultades de adaptación al nacer. Así, el momento del nacimiento requiere habilidad y prontitud de los profesionales para intervenir de modo adecuado. Este estudio observacional, transversal realizado en un hospital público de São Paulo, tuvo como objetivo describir las prácticas asistenciales en reanimación neonatal en un centro de parto normal. Se observaron 100 atenciones al nacimiento prestados por el equipo profesional cuyos datos fueron registrados en un instrumento checklist. Se verificó presencia de líquido meconial en 24(24.0% de las atenciones. Las vías respiratorias de 47(47.0% RNs fueron aspiradas. De ese total, 3(6.4% tuvieron aspiración de tráquea. 26(26.0% RNs fueron oxigenados, 5(19.2% recibieron, además de la máscara abierta, ventilación por presión positiva. El masaje cardiaco fue empleado en 1(1.0% RN. Después de la reanimación neonatal 6(6.0% RNs fueron transferidos a la26(26.0% RNs UCI

  18. Aconselhamento em DST/Aids às gestantes que realizaram o teste anti-HIV na admissão para o parto: os sentidos de uma prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Lima Fonseca

    Full Text Available Foram analisadas as práticas e os sentidos do aconselhamento para gestantes submetidas ao teste anti-HIV na admissão para o parto, e para profissionais de saúde que atuam na assistência à maternidade em Salvador, Brasil. Foi realizado um estudo qualitativo em uma maternidade, com observação participante e entrevistas semiestruturadas com 13 puérperas sem diagnóstico prévio para o HIV e sete profissionais de saúde. Observou-se que o exame anti-HIV é realizado de forma compulsória, sem considerar a autonomia da gestante, e que o aconselhamento se limita a informar o diagnóstico e dar orientações no pós-teste somente àquelas cujos resultados foram positivos. Os sentidos que permeiam o exame, assim como o entendimento da experiência e os significados construídos pelas puérperas, sobretudo quando se descobrem positivas para o HIV, não são abordados pelos profissionais, que não se sentem capacitados para acolherem a subjetividade das pacientes.

  19. Aconselhamento em DST/Aids às gestantes que realizaram o teste anti-HIV na admissão para o parto: os sentidos de uma prática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Lima Fonseca

    2012-06-01

    Full Text Available Foram analisadas as práticas e os sentidos do aconselhamento para gestantes submetidas ao teste anti-HIV na admissão para o parto, e para profissionais de saúde que atuam na assistência à maternidade em Salvador, Brasil. Foi realizado um estudo qualitativo em uma maternidade, com observação participante e entrevistas semiestruturadas com 13 puérperas sem diagnóstico prévio para o HIV e sete profissionais de saúde. Observou-se que o exame anti-HIV é realizado de forma compulsória, sem considerar a autonomia da gestante, e que o aconselhamento se limita a informar o diagnóstico e dar orientações no pós-teste somente àquelas cujos resultados foram positivos. Os sentidos que permeiam o exame, assim como o entendimento da experiência e os significados construídos pelas puérperas, sobretudo quando se descobrem positivas para o HIV, não são abordados pelos profissionais, que não se sentem capacitados para acolherem a subjetividade das pacientes.

  20. Comparação da composição bioquímica do líquido amniótico equino colhido em diferentes estágios gestacionais e no momento do parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna De Vita

    Full Text Available A viabilidade e maturidade fetais podem ser estimadas através da avaliação dos fluídos fetais em muitas espécies, no entanto a composição bioquímica do líquido amniótico durante a gestação ainda não está bem definida para a espécie equina. O objetivo deste estudo foi estabelecer e comparar o perfil bioquímico do liquido amniótico em diferentes momentos da gestação e no momento do parto para um melhor entendimento da fisiologia da gestação de equinos. Foram avaliados valores encontrados para pH, osmolaridade, glicose, uréia, creatinina, gamma-GT, sódio, potássio, cloretos e proteína total no liquido amniótico colhido de 122 éguas comparando-se os resultados encontrados entre as colheitas em terço inicial (TI, médio (TM e final (TF da gestação e no momento do parto (MP. As amostras colhidas nos períodos gestacionais foram realizadas em frigoríficos abatedouros. As idades gestacionais (IG, em dias, foram definidas através de fórmula de regressão sugerida por Naves et al. (2008, utilizando-se a mensuração crânio-caudal dos fetos. Devido a presença de graus variados de assimetria e desvios de um padrão Gaussiano de distribuição, o teste de Kruskal-Wallis foi usado para comparar a mediana de cada variável-resposta entre os grupos de estudo. Quando houve evidência significante de que pelo menos uma das medianas era diferente das outras, o teste de Wilcoxon foi usado para realizar comparações múltiplas entre os grupos. O método de Bonferroni foi usado para ajustar o valor-P resultante das comparações múltiplas. A análise estatística foi realizada com o procedimento PROC NPAR1WAY e significância estatística foi definida como p<0,05 .pH e osmolaridade do líquido amniótico equino não sofreram alterações significantes entre os terços gestacionais e no momento do parto. Os valores encontrados para glicose foram significativamente menores nas amostras do grupo TF e MP. As concentrações de ur

  1. Intervalo de partos e fertilidade real em vacas Nelore no Estado do Maranhão Calving interval and real fertility of Nellore cows in State of Maranhão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Cabral Campello

    1999-01-01

    Full Text Available Os efeitos de fatores genéticos e de ambiente sobre características reprodutivas, a partir de 475 observações de intervalos de partos (IDP e 401 de fertilidade real (FR de vacas da raça Nelore, criadas no município de Santa Inês, Estado do Maranhão, em regime de pasto com suplementação na estação seca, no período de 1980 a 1994, foram estudados. Os dados foram analisados por intermédio de modelos lineares, que incluíram efeito de touro (aleatório, mês e ano do parto anterior e atual, ordem de parição e sexo da cria (fixos. O pai da vaca e a ordem de parição influenciaram significativamente ambas as características estudadas, enquanto o sexo da cria influiu apenas na FR. As médias estimada pelo método dos quadrados mínimos, para IDP e FR, foram 433,84 ± 88,20 dias e 184,69 ± 37,09 kg, respectivamente. Os coeficientes de herdabilidade estimados pela correlação intraclasse entre meio-irmãs paternas foram estimados em 0,32 ± 0,15 e 0,49 ± 0,19, respectivamente, para IDP e FR.The effects of genetic and environmental factors on reproductive traits, from 475 records of calving interval (CI and 401 of real fertility (RF of Nellore cows reared at Santa Inês county, Maranhão State, in pasture grazing system with supplementation in the dry season, from 1980 to 1994, were studied. The data were analyzed by means of linear models, which included the sire effect (random effects, month and year of the last and the actual calving, calving number and sex of calf (fixed effects. The sire effect and calving number significantly affected both studied traits, while calf sex affected only the RF. The calving interval and R F by least square means were: 433.84 ± 88.20 days and 184.69 ± 37.09 kg, respectively. The heritability coefficients estimated by intraclass correlation of paternal half-sisters were .32 ± .15 and .49 ± .19, for CI. and RF. respectively.

  2. Práticas de atenção ao parto e os desafios para humanização do cuidado em dois hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde em município da Região Sul do Brasil Childbirth practices and challenges for humanization of care in two public hospitals in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Eriko Ishida Nagahama

    2008-08-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi caracterizar a assistência hospitalar ao parto em dois hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde no Município de Maringá, Paraná, Brasil, e identificar obstáculos e aspectos facilitadores para implantação do cuidado humanizado, pautando-se na percepção das mulheres sobre a atenção recebida. Tratou-se de estudo exploratório-descritivo, com desenho transversal, conduzido mediante pesquisa em prontuário hospitalar e entrevistas realizadas com 569 mulheres atendidas nos dois hospitais, no período de março de 2005 a fevereiro de 2006. A caracterização da assistência hospitalar foi realizada tomando-se por base quatro indicadores de qualidade na assistência no trabalho de parto e parto recomendados pela Organização Mundial da Saúde. Os dados apontaram para um modelo assistencial marcado pelo peso da herança higienista nas rotinas hospitalares e nas práticas profissionais, centrado no profissional médico como condutor do processo. Os fatores institucionais, identificados nas dificuldades de organização institucional e na estrutura física, as rotinas hospitalares e, sobretudo, a prática e postura individuais dos profissionais de saúde denotaram barreiras que, em seu conjunto, dificultam a implantação do modelo humanizado na assistência ao parto e nascimento.The aim of this study was to characterize hospital care for childbirth in two hospitals affiliated with the Unified National Health System in Maringá, Paraná, Brazil, and identify both obstacles and facilitating factors for the implementation of humanized care, based on women's perception of the care received. This was an exploratory and descriptive study with a cross-sectional design, analyzing hospital patient charts and interviews with 569 women who gave birth at the two hospitals from March 2005 to February 2006. Hospital care was characterized on the basis of WHO quality-of-care guidelines for labor and delivery. The data pointed

  3. Diagnóstico pré-natal e parto transpelviano na osteogênese imperfeita: relato de caso Prenatal diagnosis and vaginal delivery in osteogenesis imperfecta: a case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Sandro Rolland de Souza

    2006-04-01

    Full Text Available A osteogênese imperfeita é doença do tecido conjuntivo devida a anormalidades quantitativas ou qualitativas do colágeno tipo I, transmitida geneticamente, por gene autossômico dominante ou recessivo, que determina fragilidade óssea. Relata-se o caso clínico de paciente de 19 anos, primigesta, encaminhada ao setor de medicina fetal com ultra-sonografia pregressa evidenciando encurtamento de extremidades fetais. Na avaliação morfológica, identificou-se contorno craniano irregular com deformidade à compressão do pólo cefálico, membros com rizo e mesomelia, rarefação óssea e encurvamento de ossos longos (fraturas. A paciente evoluiu com parto transpelviano na 35ª semana de gestação. O recém-nascido apresentou Apgar de 6 no 1ª minuto e 8 no 5ª minuto, sexo masculino, pesando 1.990 gramas. Observado crânio irregular, ossificação diminuída, esclera azulada e fraturas consolidadas com deformidades em todos os membros. O recém-nascido apresentou boa evolução neonatal, recebendo alta hospitalar em boas condições. O diagnóstico pré-natal é de grande importância para adequado acompanhamento da gravidez e a via de parto transpelviana não ocasionou piora do prognóstico neonatal, pois não foram diagnosticadas fraturas recentes.Osteogenesis imperfecta is a connective tissue disorder due to quantitative and qualitative anomalies in type 1 collagen, genetically transmitted by a dominant or recessive autosomal gene, leading to bone fragility. We report a case of a 19-year-old G1 PO patient referred to our institution following a screening ultrasound that demonstrated short limb fetal extremities. A level 3 scan was performed which evidenced an irregular cranial shape and compression of the cephalic pole with moderate transducer pressure. Limb shortening, decreased echoes and fractures of long bones were found on our scan evaluation. A vaginal delivery occurred at 35 weeks of gestation. The male newborn, weighing 1.990 grams

  4. ESTIMATIVA DA DATA DO PARTO EM CADELAS ROTTWEILER ATRAVÉS DA BIOMETRIA FETAL REALIZADA POR ULTRASSONOGRAFIA ESTIMATION OF PARTURITION DATE THROUGH ULTRASONOGRAPHIC FOETAL BIOMETRY IN ROTTWEILER BITCHES ESTIMACIÓN DE LA FECHA DEL PARTO EN PERRAS ROTTWEILER A TRAVÉS DE LA BIOMETRÍA FETAL REALIZADA POR EL ULTRASONIDO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Costa Moreira de Melo

    2009-09-01

    Full Text Available Utilizou-se a ultrassonografia neste experimento para avaliar o desenvolvimento fetal e determinar a idade gestacional em cadelas Rottweiler. Tomaram-se e avaliaram-se as medidas da vesícula embrionária/fetal (VE e do corpo fetal mediante análise de regressão, estabelecendo-se as equações de regressão linear e seus coeficientes. Os diâmetros biparietal (DBP e do abdome (DA dos fetos foram os que apresentaram os melhores resultados, considerando-se os coeficientes de correlação (0,89 e 0,90, respectivamente com a idade fetal e a facilidade de mensuração ao longo da gestação. Com base nos dados obtidos, conclui-se que é possível estimar o momento do parto em cadelas Rottweiler a partir das mensurações e equações obtidas para essa raça.

    PALAVRAS-CHAVES: Cão, feto, gestação, ultrassom.

    Ultrasonography was used in this study with the aim to evaluate fetal development, and to determine the gestational age of Rottweiler bitches. Measurements of embryonic vesicle (VE and fetal body were taken and evaluated by regression analysis. The linear regression equations and coefficients between gestational age and measures were established. The measures of abdominal (DA and biparietal (DBP diameters presented the best results, concerning to correlation coefficients (0.89 and 0.90, respectively and facilities on mensuration takes. It was concluded that it is feasible to predict gestational age of Rottweiler bitches taken into consideration fetal measurements and equations obtained for this breed.

    KEY WORDS: Dog, fetus, gestation, ultra-sound.

    El ultrasonido fue utilizado en esta investigación con el objetivo de evaluar el desarrollo fetal y determinar la edad gestacional en perras Rottweiler. Las medidas de la vesícula embrionária (VE y del cuerpo fetal fueran tomadas y evaluadas por an

  5. A reanimação do prematuro extremo em sala de parto: controvérsias Controversies about the resuscitation of extremely preterm infants in the delivery room

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Branco de Almeida

    2005-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar as principais controvérsias quanto aos procedimentos atualmente realizados na reanimação de recém-nascidos de extremo baixo peso na sala de parto. FONTES DOS DADOS: Revisão sistemática dos artigos incluídos em MEDLINE, SciELO e Cochrane Library e dos temas livres publicados em congressos internacionais e nacionais, utilizando-se as palavras-chave reanimação, asfixia e recém-nascido. SÍNTESE DOS DADOS: As principais controvérsias incluem aspectos relacionados à oxigenação e à ventilação do prematuro de extremo baixo peso ao nascimento. Os efeitos da administração de oxigênio em concentrações entre 21% e 100% precisam ser investigados. Os parâmetros adequados de pressão inspiratória, volume pulmonar e pressão expiratória final positiva necessitam ser estabelecidos com a finalidade de minimizar o barotrauma e o volutrauma. Os benefícios da aplicação da pressão positiva contínua de vias aéreas por via nasal também precisam ser bem determinados através de ensaios clínicos randomizados. Além disso, reanimadores manuais devem ser desenvolvidos para otimizar a administração desses parâmetros e minimizar a lesão pulmonar no início da vida extra-uterina. Estudos clínicos sobre a administração ao nascimento de adrenalina, expansores de volume e bicarbonato de sódio são inexistentes em prematuros de muito baixo peso. Adicionalmente, o principal dilema ético envolve a decisão conjunta entre os profissionais e os pais de não iniciar a reanimação na dependência da idade gestacional. CONCLUSÕES: A conduta atualmente vigente poderá ser modificada a partir dos resultados de ensaios clínicos randomizados e controlados, em conjunto com a avaliação do desenvolvimento, realizados em recém-nascidos de extremo baixo peso submetidos à reanimação na sala de parto.OBJECTIVE: To describe the main controversies about resuscitation procedures performed in extremely low birth weight infants in

  6. Puerperal infection from the perspective of humanized delivery care at a public maternity hospital Infección puerperal del punto de vista de la atención humanizada al parto en maternidad pública Infecção puerperal sob a ótica da assistência humanizada ao parto em maternidade pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisângela Euripedes Resende Guimarães

    2007-08-01

    Full Text Available This is an epidemiological, prospective and non-concurrent study of the cohort type about puerperal infection from the perspective of humanized delivery care, based on information from 5,178 records of patients who went through the experience of humanized delivery. The study aimed at describing the women who underwent humanized delivery, determining the incidence and time for manifestation of puerperal infections and investigating the association between the infection and the risk factors. An accumulated puerperal infection rate of 2.92% was found. The risk factors associated to puerperal infection in Cesarean delivery were the duration of labor and the number of digital examinations. No variable behaved as a risk factor for infection in normal delivery. Cesarean delivery was an important risk factor for puerperal infection. The results reinforce the need to develop alternative forms of delivery care that provides effective conditions for normal delivery, in order to reduce the number of Cesarean sections.Se trata de un estudio epidemiológico, tipo cohorte, prospectivo y no concurrente, sobre infección puerperal del punto de vista de la atención humanizada a los partos. En este estudio, se objetivó caracterizar las puérperas sometidas al parto humanizado; determinar la incidencia de las infecciones en el puerperio, así como el intervalo de manifestación, y también verificar la asociación entre la infección y los factores de riesgo. Los datos fueron obtenidos de 5178 prontuarios de puérperas que pasaron por la experiencia del parto humanizado. Fue verificada una tasa de incidencia de infección en el puerperio acumulada del 2,92%. Los factores de riesgo asociados a la infección en el puerperio en la modalidad del parto cesareano fueron la duración del trabajo de parto (p=0,002 y el número de toques (p=0,011. Ninguna variable se comportó como factor de riesgo para infección en el parto normal. Sin embargo, el parto cesarea se

  7. Eficácia de dinoprostone e misoprostol para indução do trabalho de parto em nulíparas Efficacy of dinoprostone and misoprostol for labor induction in nulliparous women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tenilson Amaral Oliveira

    2011-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a eficácia e a segurança de dinoprostone e misoprostol para indução do parto vaginal, com ou sem o uso de ocitocina em nulíparas. MÉTODOS: realizou-se estudo retrospectivo, observacional, envolvendo 238 pacientes que foram submetidas à indução do parto de janeiro de 2008 a fevereiro de 2010 com uso de misoprostol 25 mcg via vaginal ou pessário contendo 10 mg de dinoprostone. Desse grupo, foram selecionadas 184 pacientes, que apresentavam as seguintes características: nulíparas, gestação entre 37 e 42 semanas, feto único, apresentação cefálica, membranas íntegras e índice de Bishop PURPOSE: to determine the efficacy and safety of dinoprostone and misoprostol for the induction of vaginal childbirth, with or without the use of oxytocin in nulliparous women. METHODS: in this retrospective observational study, 238 patients were subjected to the induction of delivery from January 2008 to February 2010 with the use of misoprostol 25 mcg by the vaginal route or a pessary containing 10 mg of dinoprostone. A total of 184 patients were selected, with the following characteristics: nulliparous, gestational age of 37-42 weeks, singleton pregnancies, cephalic presentation, intact membranes, and Bishop score < 3. Obstetric and neonatal data were analyzed and compared between groups. The Student t-test, chi-square test and Fisher's exact test were used for statistical analysis, with the level of significance set at p<0.05. RESULTS: the rate of vaginal childbirth did not differ significantly in patients who used misoprostol and dinoprostone (43.2% versus 50%; p = 0.35, respectively. The ripening of cervix was higher in the group treated with misoprostol (87.3% versus 75.6%, p=0.04. The use of oxytocin was necessary in 58.8% of the misoprostol group and 57.3% in the dinoprostone group after the ripening of cervix. Failed induction was the primary indication of caesarean section delivery in both groups, with no significant

  8. Determinantes da retenção de peso pós-parto segundo a cor da pele em mulheres do Rio de Janeiro, Brasil Determinants of postpartum weight retention according to skin color among women in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivyna Spinola Caetano Jordão

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os fatores associados à retenção de peso pós-parto segundo a cor da pele. MÉTODOS: Foi conduzido um estudo de coorte com quatro ondas de seguimento: aos 15 dias e 2, 6 e 9 meses pós-parto. As 450 participantes do estudo (idade entre 15 e 45 anos foram recrutadas em uma maternidade e em um centro municipal de saúde localizados no Município do Rio de Janeiro, Brasil. A retenção de peso pós-parto foi definida como variável dependente. As co-variáveis investigadas foram idade da mãe, estado marital, habilidade para ler uma carta, hábito de fumar, renda familiar mensal em reais, número de filhos, idade ao primeiro parto e escore de atividade física no trabalho e no lazer. Os dados foram analisados em modelos de regressão linear longitudinal multivariados com efeitos mistos. RESULTADOS: Os fatores que permaneceram associados à retenção de peso pós-parto foram: para as mulheres brancas, tempo pós-parto (beta = -0,0061, valor P = 0,0002, estado marital (casada/ solteira beta = -0,9279, valor P = 0,0457 e idade ao primeiro parto (beta = -0,1553, valor P = 0,0364; para as pardas, tempo pós-parto (beta = -0,0062, valor P OBJECTIVE: To investigate factors associated with postpartum weight retention according to skin color in the city of Rio de Janeiro, Brazil, as part of the effort to help control overweight and obesity. METHODS: We carried out a cohort study with data collection at four points after delivery: 15 days, 2 months, 6 months, and 9 months. The 450 participants (15 to 45 years of age were recruited from a maternity center and a city health center in Rio de Janeiro. Postpartum weight retention was defined as the dependent variable. The following covariates were investigated: maternal age, marital status, ability to read a letter, smoking, monthly family income, number of children, age at first delivery, a score for physical activity at work, and a score for physical activity during leisure time. The

  9. Parto de adolescentes: elementos cualitativos de la atención

    OpenAIRE

    Enderle, Cleci de Fátima; Kerber, Nalú Pereira da Costa; Susin, Lulie Rosane Odeh; Gonçalves, Bruna Goulart

    2012-01-01

    O estudo buscou conhecer o que as adolescentes entendem como assistência adequada ao parto. Dados coletados através de entrevista individual com as adolescentes que tiveram seu parto em um Hospital Universitário do sul do Brasil, entre julho de 2008 e outubro de 2009. Foi efetuada uma análise temática, que se baseou nas preconizações do Ministério da Saúde sobre o parto humanizado. Despontaram núcleos temáticos relacionados à necessidade de atenção, de orientação e de res...

  10. Efeito do estímulo mamário sobre o índice de Bishop em gestações a termo Effect of nipple stimulation on Bishop scores in term pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Faisal Cury

    1999-01-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar se o estímulo mamário realizado por primigestas, a partir de 40 semanas de idade gestacional, modifica o índice de Bishop. Método: foram estudadas 64 primigestas, sem intercorrências clínicas e/ou obstétricas, divididas em dois grupos. Um deles, chamado de grupo do estímulo mamário (E.M., era composto por 29 gestantes e o outro, chamado de grupo controle (G.C., por 35 gestantes. O E.M. foi orientado a realizar a estimulação do mamilo bilateralmente, em "corda de relógio", com duração de dois minutos de estímulo e cinco de repouso, durante 30 minutos. O estímulo foi realizado três vezes ao dia até completarem-se as 41 semanas de idade gestacional ou a gestante entrar em trabalho de parto. Para análise estatística das diferenças encontradas, utilizou-se o teste t de Student, com nível de significância de 5%. Resultados: uma vez realizado o estímulo mamário no grupo experimental, comparações foram realizadas com o grupo controle, levando-se em conta a época do parto. Os resultados mostraram não haver diferença significativa entre os grupos, no que concerne ao amadurecimento do colo de acordo com o índice de Bishop. Conclusões: não houve diferença no índice de Bishop em primigestas, com 40 semanas de idade gestacional, submetidas ao estímulo mamário, quando comparadas ao grupo controle.Purpose: to evaluate if the nipple stimulation performed by primigravidae, at 40 weeks, modifies Bishop index. Method: 64 primigravidae, without clinical or obstetrical complications were studied, in two groups. One group, called nipple stimulation group (N.S.G. had 29 pregnant women. The other, named control group (C.G. included 35 pregnant women. The N.S.G. performed the nipple stimulation test, bilaterally, from left to right, for two minutes followed by five minutes of rest, during thirty minutes. The test was done three times a day up to 41 weeks of pregnancy or beginning of labor. Statistical analysis of the

  11. Uso de misoprostol retal para indução do parto em gestantes com amniorrexe prematura: ensaio clínico fase II Use of rectal misoprostol for induction of labor in patients with premature rupture of membranes: a phase II clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Carlos Nogueira Arcanjo

    2003-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar se o misoprostol por via retal constitui método efetivo para indução do parto em gestantes com amniorrexe prematura a termo. MÉTODOS: realizou-se estudo piloto, incluindo 32 gestantes com amniorrexe prematura entre 36 e 41 semanas, feto vivo e único, em apresentação cefálica, escore de Bishop 18 horas receberam antibiótico (penicilina cristalina para profilaxia de infecção estreptocócica. Analisaram-se desfechos diversos como intervalo entre indução e início do trabalho de parto, entre indução e parto, incidência de taquissistolia, tipo de parto, incidência de corioamnionite e resultados neonatais. A análise estatística foi realizada no programa de domínio público Epi-Info 2002, calculando-se médias com os respectivos desvios-padrão, além de distribuições de freqüência. Realizou-se análise de sobrevivência para determinação do percentual de partos em função do tempo transcorrido (em horas desde a administração do primeiro comprimido. RESULTADOS: os intervalos (média ± desvio padrão entre indução e início das contrações e entre indução e parto foram de, respectivamente, 299,8±199,9 e 681±340,5 minutos. Observou-se freqüência de 9,4% de taquissistolia. Cerca de 72% das pacientes evoluíram para parto vaginal. Diagnosticou-se corioamnionite em 12,5% dos casos. As medianas dos escores de Apgar foram de 8 e 9 no primeiro e quinto minuto, respectivamente. Não houve nenhum caso de Apgar PURPOSE: to investigate whether rectally administered misoprostol is an effective method for induction of labor in patients with premature ruptured membranes at term. METHODS: a pilot trial was conducted, enrolling 32 women with alive, singleton, cephalic fetus and ruptured membranes between 36 and 41 weeks of pregnancy, with Bishop score 18 h received antibiotics (crystalline penicillin for prophylaxis of streptococcal infeccion. Outcomes included time from induction to labor and induction to

  12. Factors associated with low birth weight in a historical series of deliveries in Campinas, Brazil Fatores associados a baixo peso ao nascer em uma série histórica de partos em Campinas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Ribeiro Coutinho

    2009-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To identify the risk factors associated with low birth weight (37 months, maternal history of hypertension, cardiopathy and premature delivery, few (OBJETIVO: Identificar os fatores de risco associados com baixo peso (37 meses, história materna de hipertensão, cardiopatia e parto prematuro, <5 consultas de pré-natal e seu início tardiamente na gestação (após o terceiro mês, rotura prematura de membranas, aumento da pressão arterial, doenças infecciosas e hemorragias durante a atual gestação. Obesidade materna e primiparidade foram fatores de proteção. CONCLUSÃO: Estes resultados confirmam os achados de estudos prévios. A detecção e manejo ante-parto de fatores modificáveis, aconselhamento, intervenção pré-concepcional, pré-natal adequado e a implementação de prevenção primária e secundária de morbidade materna devem constituir uma preocupação para todo obstetra como potencial fonte de redução da incidência de baixo peso ao nascimento.

  13. Resultados maternos e neonatais da assistência em casa de parto no município do Rio de Janeiro Resultados maternos y neonatales de la asistencia en casa de nacimiento en el municipio de Rio de Janeiro Maternal and neonatal assistance results at Birthing Center in the municipality of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Lenho de Figueiredo Pereira

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi descrever os resultados maternos e neonatais da assistência na Casa de Parto David Capistrano Filho. Pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem quantitativa, que analisou 458 prontuários dos partos normais e nascimentos no período de janeiro de 2008 a dezembro de 2009. As parturientes eram mulheres jovens, de 15 a 25 anos de idade (66,6%, e nulíparas (55%. Durante o trabalho de parto, elas permaneceram com o acompanhante (94,1% e receberam cuidados para o relaxamento e o conforto. A taxa de episiotomia foi de 2,4%. Não houve óbitos maternos e neonatais. Os casos de asfixia neonatal representaram 0,2% dos nascidos vivos. As transferências para o hospital corresponderam a 2,8% das mulheres no pós-parto e 8,5% entre os neonatos. A maioria dos resultados encontrados foi semelhante aos descritos nas pesquisas brasileiras e internacionais acerca da assistência em centros de parto.El objetivo de este estudio fue describir los resultados maternos y neonatales de la asistencia en la Casa de Parto David Capistrano Filho. Investigación exploratoria y descriptiva con enfoque cuantitativo, que analizó 458 registros clínicos de los partos normales y nacimientos en el período de Enero de 2008 a Diciembre de 2009. Las mujeres embarazadas eran mujeres jóvenes, entre 15 y 25 años de edad (66,6%, y nulíparas (55%. Durante el trabajo de parto, ellas recibieron dieta oral (100%, permanecieron con el acompañante (94,1% y recibieron cuidados para la relajación y confort. La tasa de episiotomía fue del 2,4%. No hubo óbitos maternos y neonatales. Los casos de asfixia neonatal representaron 0,2% de los neonatos. Los traslados para el hospital correspondieron a 2,8% de las mujeres en el postparto y a 8,5% entre los recién nacidos. La mayoría de los resultados fueron similares a los descritos en las investigaciones brasileñas e internacionales a cerca de la asistencia en centros de nacimientos.The purpose of this

  14. Prevalence of urinary incontinence and pelvic floor muscle dysfunction in primiparae two years after cesarean section: cross-sectional study Prevalência de incontinência urinária e disfunção muscular do assoalho pélvico em primíparas dois anos após parto cesárea: estudo transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Mércia Pascon Barbosa

    2013-04-01

    . TIPO DE ESTUDO E LOCAL Estudo transversal conduzido em universidade pública. MÉTODOS Foram selecionadas 220 mulheres dois anos após parto cesáreo eletivo ou parto vaginal. Foram avaliados sintomas de incontinência urinária e disfunção muscular do assoalho pélvico por palpação digital e perineômetro. RESULTADOS A prevalência de incontinência urinária dois anos após parto vaginal e cesárea foi de 17% e 18,9% respectivamente. O único fator de risco para disfunção muscular do assoalho pélvico foi o ganho de peso durante a gestação. Índice de massa corporal inferior a 25 kg/m 2 e disfunção muscular do assoalho pélvico normal foram fatores de proteção contra incontinência urinária. Incontinência urinária na gestação aumentou o risco de incontinência urinária dois anos pós-parto. CONCLUSÃO Incontinência urinária gestacional foi um precursor crucial de incontinência urinária pós-parto. O ganho de peso durante a gestação aumentou o risco posterior de disfunção muscular do assoalho pélvico e o parto cesárea eletivo não foi uma ação de prevenção para a incontinência urinária.

  15. Etiologia das infecções intramamárias em vacas primíparas no período pós-parto Etiology of intramammary infections in primiparous cows at postparturition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Eduardo Pardo

    1998-07-01

    Full Text Available Foram analisadas 664 amostras de leite de 83 vacas primíparas da raça Holandesa. As amostras foram colhidas no primeiro e no sétimo dia após o parto. Das 664 amostras analisadas, 488 (73,50% foram bacteriologicamente negativas e 176 (26,50%, positivas para microrganismos aeróbios. Foi observado um alto índice de mastite clínica (20,48%. Os agentes isolados com maior freqüência foram os Staphylococcus spp coagulase negativo (64,20%, Staphylococcus spp coagulase positivo (8,52%, Streptococcus spp (7,96%, Actinomyces pyogenes (4,55%, Mycoplasma bovigenitalium (3,40% e Escherichia coli (2,84%. Foi observado um maior índice de isolamento de patógenos no primeiro dia (17,62% em relação ao sétimo (8,88%.A total of 664 foremilk samples from 83 Holstein cows were cultured. Quarter samples were collected at parturition and 7 days post the first parturition. From 664 milk samples examined, 488 (73.50% were bacteriologically negative and 176 (26.50% were positive. A high incidence (20.48% of clinical mastitis was observed. The most frequently encountered isolates were coagulase negative staphylococci (64.20%, coagulase positive staphylococci (8.52%, streptococci (7.96%, Actinomyces pyogenes (4.55%, Mycoplasma bovigenitalium (3.40% and Escherichia coli (2.84%. The frequency of mastitis pathogen isolation was highest at parturition (17.62% and decreased markedly during the first week (8.88%.

  16. Body condition at calving and milk yield on reproductive performance of lactation holstein cows Condição corporal ao parto e produção de leite sobre o desempenho reprodutivo de vacas holandesas em lactação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Pereira

    2010-09-01

    ção corporal (Categoria 1, igual ou menor que -0,50 e Categoria 2, igual ou maior que -0,75 e à média da produção de leite ajustada para 3,5% aos 150 dias (Grupo 1 = 22,61 e Grupo 2 = 31,65 kg/dia. Não houve diferenças da condição corporal ao parto e da produção de leite ajustada para 3,5% sobre o intervalo parto primeiro estro, intervalo parto primeiro serviço, período de serviço, número de serviço / concepção e taxa de gestação aos 150 dias de lactação. Vacas que ao parto apresentaram média de escore de condição corporal de 3,40 e 2,79 tiveram semelhante desempenho reprodutivo pós-parto. Em relação à produção de leite ajustada para 3,5%, vacas com produção média de 22,61 e 31,65 apresentaram similares resultados. A mudança de condição corporal não influenciou o intervalo parto primeiro serviço, o período de serviço e o número de serviço por concepção, mas apresentaram maior intervalo parto primeiro estro e menor taxa de gestação.

  17. A vivência de mulheres no parto domiciliar e hospitalar La vivencia de mujeres en el parto domiciliar y hospitalario Women experience with home and hospital childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cilene Delgado Crizóstomo

    2007-03-01

    Full Text Available Estudo com abordagem qualitativa, objetivando compreender na vivência das mulheres a experiência do parto normal domiciliar e hospitalar bem como discutir a vivência das mulheres nos dois tipos de partos. Os sujeitos do estudo foram sete mulheres multíparas residentes em Batalha PI, e o instrumento utilizado foi um roteiro semi-estruturado com a técnica da entrevista. Os resultados revelaram que os partos domiciliares vivenciados pelas mulheres aconteceram mais rápido, de forma natural, sem intervenções e assistidos por parteiras ou por suas mães. As posições de preferência durante o parto domiciliar foram na rede e no assento, e os partos hospitalares foram laboriosos, complicados e com intervenções traumáticas. A melhor posição e o melhor local do parto escolhidos pelas entrevistadas foram na rede e o domicílio, respectivamente. Conclui-se que o parto domiciliar foi natural e humanizado, já o parto normal hospitalar foi conduzido pelos profissionais com intervenções sem a participação ativa das parturientes, tornando-o traumático, desumano e de risco.Estudio con abordaje cualitativo, objetivando entender la experiencia de mujeres en parto natural en el domicilio y en el hospital, en cuanto se discute la experiencia de las mujeres en ambos tipos de parto. Los sujetos del estudio fueron siete mujeres multiparas que viven en Batalha - Piauí - Brasil, y los instrumentos usados fueran un guión semi-estructurado con la técnica de la entrevista. Los resultados revelaron que los partos en el domicilio experimentados por las mujeres sucedieron más rápidamente, de una manera natural, sin intervenciones y asistido por parteras o por sus madres. Las posiciones preferidas durante el parto en el domicilio fueron en la red y en el asiento, y los partos en el hospital fueran laboriosos, complicados y con intervenciones traumáticas. La mejor posición y la mejor localización del parto, escogidos por las entrevistadas, fueron la

  18. A inserção do acompanhante de parto nos serviços públicos de saúde de Santa Catarina, Brasil

    OpenAIRE

    Bruggemann, Odalea Maria; Oliveira, Maria Emilia de; Martins, Haimee Emerich Lentz; Alves, Marcela Caetano; Gayeski, Michele Edianez

    2013-01-01

    Pesquisa descritiva, quantitativa, que objetivou descrever a inserção do acompanhante de escolha da parturiente durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato nos serviços vinculados ao Sistema Único de Saúde que prestam assistência ao parto em Santa Catarina/Brasil, e identificar os aspectos que facilitaram e dificultaram esse processo. A população foi composta pelos 138 serviços do estado. Os dados foram coletados de maio/2010 a junho/2011, por meio de questionário enviado aos dire...

  19. Resultados maternos e neonatais em Centro de Parto Normal peri-hospitalar na cidade de São Paulo, Brasil Resultados maternos y neonatales en un Centro de Parto Normal perihospitalario en la ciudad de São Paulo, Brasil Maternal and perinatal outcomes of an alongside hospital Birth Center in the city of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Fagundes Lobo

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo foi descrever os resultados maternos e perinatais da assistência no Centro de Parto Normal Casa de Maria (CPN-CM, na cidade de São Paulo. A amostra probabilística foi de 991 parturientes e seus recém-nascidos, assistidos entre 2003 e 2006. Os resultados mostraram que 92,2% das parturientes tiveram um acompanhante de sua escolha e as práticas mais utilizadas no parto foram banho de aspersão ou imersão (92,9%, amniotomia (62,6%, deambulação (47,6%, massagem de conforto (29,8% e episiotomia (25,7%. Com relação aos recém-nascidos, 99,9% apresentaram índice de Apgar = 7 no quinto minuto; 9,3% receberam aspiração das vias aéreas superiores; nenhum necessitou ser entubado; e 1,4% foram removidos para o hospital. O modelo de assistência praticado no CPN-CM apresenta resultados maternos e perinatais esperados para mulheres com baixo risco obstétrico, sendo alternativa segura e menos intervencionista no parto normal.El objetivo fue describir los resultados de la atención materna y perinatal en el Centro de Parto Normal Casa de María (CPN-CM, en la ciudad de São Paulo, Brasil. La muestra probabilística se constituyó de 991 madres y sus recién nacidos, atendidos entre 2003 y 2006. Los resultados mostraron que 92,2% de las madres tenía un acompañante de su elección y las prácticas más utilizadas en el parto fueron el baño de aspersión o inmersión (92,9%, la amniotomía (62,6%, ambulación (47,6%, masaje de confortación (29,8% y episiotomía (25,7%. Con respecto a los recién nacidos, el 99,9% presentaba índice de Apgar = 7 en el minuto cinco, el 9,3% recibió aspiración de las vías aéreas superiores, ninguno necesitó ser entubado y el 1,4% fue trasladado a un hospital. El modelo de atención practicado en el CPN-CN presenta resultados maternos y perinatales esperados para mujeres con bajo riesgo obstétrico, demostrando ser una alternativa segura y menos invasiva en el parto normal.The aim of this study was to

  20. Variação sazonal na prevalência de distúrbios hipertensivos da gestação entre primigestas do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janete Vettorazzi

    2016-05-01

    Full Text Available Introdução: A hipertensão é uma das mais graves patologias gestacionais, levando a um aumento importante da morbimortalidade materna e perinatal. Este estudo teve como objetivo determinar a correlação entre o número de internações hospitalares em primigestas com distúrbios hipertensivos na gestação e variação sazonal. Métodos: Estudo prospectivo ecológico entre todas as primigestas com idade gestacional maior de 20 semanas que internaram no Centro Obstétrico do Hospital de Clínicas de Porto Alegre num período de 12 meses. A frequência de internações por distúrbios hipertensivos foi comparada nos diferentes meses e estações do ano e também em relação à temperatura média e mínima do dia da internação e da semana anterior. Resultados: Foram estudadas 1.327 primigestas com idade média de 20,7 anos e idade gestacional média de 38,6 semanas. Entre estas, 232 (17,5% apresentaram alteração na pressão arterial, sendo que 9,7% apresentaram pré-eclâmpsia (PE e 7,5% outros distúrbios hipertensivos da gestação. Não houve associação significativa entre a frequência de internações por distúrbios hipertensivos e a temperatura média ou mínima do dia ou da semana anterior à internação. Ao longo do ano, ocorreu variação significativa (p < 0,05 na frequência de internações por pré-eclâmpsia, sendo esta maior no mês de setembro (15,1% das internações, marcando a transição entre o inverno e primavera. Conclusão: As variações da temperatura têm influência no número de internações por hipertensão na gestação, sendo essa informação útil no planejamento do sistema de saúde e da disponibilidade de leitos hospitalares.    Introduction: Hypertension is one of the most severe pregnancy disorders, leading to a significant increase of maternal and perinatal morbidity and mortality. This study aimed to determine the correlation of the number of hospital admissions of primiparous women with

  1. Uso da eletroestimulação transcutânea para alívio da dor durante o trabalho de parto em uma maternidade-escola: ensaio clínico controlado The use of transcutaneous nerve stimulation for pain relief during labor in a teaching hospital: a randomized controlled trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Augusta de Orange

    2003-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: determinar os desfechos maternos e neonatais de acordo com a aplicação ou não de estimulação elétrica transcutânea (EET para alívio da dor do trabalho de parto antes da instalação da técnica combinada (raquianestesia + peridural. MÉTODOS: realizou-se ensaio clínico, randomizado, aberto, envolvendo 22 parturientes, com gestação a termo e feto único em apresentação cefálica, atendidas em hospital-escola de nível terciário em Recife, Brasil. Estas pacientes foram randomizadas para receber ou não EET antes da instalação da anestesia combinada (raquianestesia + anestesia peridural para analgesia de parto. Avaliaram-se a intensidade da dor pela escala analógica visual (EAV, o tempo transcorrido entre a avaliação inicial e a necessidade de instalação da anestesia combinada, a duração do trabalho de parto, a freqüência de cesariana e parto instrumental, os escores de Apgar e a freqüência de hipóxia neonatal. Para análise estatística, foram utilizados os testes de Mann-Whitney e exato de Fisher, considerando-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: o tempo decorrido entre a avaliação da dor da parturiente e a necessidade de instalação da técnica combinada foi significativamente maior no grupo da EET (mediana de 90 minutos quando comparado ao grupo controle (mediana de 30 minutos. A duração do trabalho de parto foi similar nos dois grupos (em torno de seis horas. Não houve diferença na evolução dos escores de EAV durante o trabalho de parto. A freqüência de cesariana foi de 18,2% nos dois grupos. Apenas um parto foi ultimado a fórcipe, no grupo controle. A mediana do escore de Apgar no quinto minuto foi 10, não se encontrando nenhum caso de hipóxia neonatal. CONCLUSÕES: a aplicação de EET foi efetiva em retardar a instalação da anestesia combinada para manter analgesia satisfatória durante o trabalho de parto, porém não apresentou efeito significativo sobre a intensidade da

  2. Desempenho e digestibilidade dos nutrientes de rações com casca do grão de soja em substituição ao milho para cabras Saanen em lactação e no pré-parto Performance and nutrients digestibility of rations with soybean hulls as a corn ground replacement for Saanen goats, in prepartum and lactation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maximiliane Alavarse Zambom

    2008-07-01

    Full Text Available Objetivou-se com este experimento avaliar o desempenho produtivo, a digestibilidade da matéria seca e dos nutrientes e a composição do leite de cabras Saanen alimentadas com rações contendo casca do grão de soja (CGS em substituição ao milho (0, 50 ou 100%CGS no período da lactação até o pré-parto (30 dias. Foram utilizadas 18 cabras (75,70 ± 10,59 kg em delineamento inteiramente casualizado. As dietas apresentaram em média 14,82% PB e 2,28 Mcal de EM/kg MS ingerida. Os animais foram mantidos confinados em baias individuais com controle diário da ração ingerida e da produção de leite. No 150º dia de lactação, e também no 20º dia anterior à data prevista para o parto, iniciou-se a coleta de fezes para determinação da digestibilidade da ração e dos nutrientes. Mensalmente, foram coletadas amostras de leite para análise dos principais constituintes. Os níveis de CGS não influenciaram o peso corporal (PC, as ingestões de matéria seca (IMS e matéria orgânica (IMO, a digestibilidade de matéria seca (DMS, matéria orgânica (DMO e proteína bruta (DPB para produção de leite, a eficiência de produção de leite e a composição do leite no período de lactação. Também não afetaram o PC e as digestibilidades de MS e MO no período pré-parto. Os níveis de CGC influenciaram as ingestões de proteína bruta e fibra em detergente neutro e a digestibilidade da fibra em detergente neutro nos dois períodos avaliados. No período pré-parto, os maiores resultados para ingestão de MS e MO, digestibilidade da PB e nitrogênio uréico no plasma foram obtidos no nível de 100%CGS. A utilização de casca do grão de soja em substituição ao milho moído na alimentação de cabras Saanen em lactação não altera o desempenho produtivo e a composição do leite.This experiment was carried out to evaluate productive performance, dry matter and nutrient digestibility, and milk composition of Saanen goats fed rations

  3. Influência da mobilidade materna na duração da fase ativa do trabalho de parto Influence of maternal mobility on duration of the active phase of labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Bio

    2006-11-01

    Full Text Available OBJETIVOS: investigar a influência da mobilidade da parturiente durante a fase ativa do trabalho de parto. MÉTODOS: foi realizado ensaio clínico controlado prospectivo, com análise comparativa entre um grupo de tratamento (n=50 e um grupo controle (n=50, no Centro Obstétrico do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP. Os critérios de inclusão foram: primigestas com feto único em apresentação cefálica; idade gestacional entre 37 e 42 semanas; parturientes com pelo menos duas contrações a cada dez minutos e cérvico-dilatação de até 4 cm, além da concordância em assinar o termo de consentimento livre e esclarecido. A evolução para cesárea foi critério de exclusão. Foram acompanhadas por fisioterapeuta durante toda a fase ativa e orientadas a manterem-se em posição vertical e em movimento, de acordo com a fase da dilatação cervical e a descida fetal no canal de parto. O grupo controle teve acompanhamento obstétrico sem a presença do fisioterapeuta. Este grupo foi selecionado retrospectivamente, a partir dos registros de prontuário, seguindo os mesmos critérios de inclusão e exclusão. RESULTADOS: foram acompanhadas 58 primigestas entre 15 e 37 anos. Dessas, 50 mulheres (86,2% evoluíram para parto vaginal, sendo que oito (13,7% evoluíram para cesárea e foram excluídas do estudo. Entre as 50 parturientes acompanhadas, a média de duração da fase ativa foi de cinco horas e 16 minutos, enquanto no grupo controle foi de oito horas e 28 minutos (pPURPOSE: to investigate the influence of the maternal mobility during the active phase of labor. METHODS: a prospective clinical trial was conducted through comparative analysis among a treatment group (n=50 and a control group (n=50, in the Obstetric Center of the Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP. The inclusion criteria were: primigravidae with a single fetus on cephalic presentation, with 37 to 42 weeks of pregnancy, with two

  4. Humanização e eqüidade na atenção ao parto em município da região Sul do Brasil Humanização e eqüidade na atenção ao parto em município da região Sul do Brasil Humanization and equity in labor care in a Southern Brazilian city

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Eriko Ishida Nagahama

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar fatores associados à qualidade da atenção e possíveis predisponentes de iniqüidades no cuidado ao parto, a partir das características sócio-demográficas e obstétricas de mulheres atendidas em dois hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde no município de Maringá-Paraná. MÉTODOS: Estudo transversal, conduzido mediante pesquisa em prontuário hospitalar e entrevistas com 569 puérperas. Sete indicadores de qualidade classificaram a assistência em excelente, boa, regular e insatisfatória. Utilizou-se o teste Qui-quadrado para estabelecer associação entre variáveis. RESULTADOS: As mulheres eram jovens, com companheiro fixo, ensino médio completo, sem atividade econômica remunerada e de baixo nível sócio-econômico. A iniqüidade no cuidado foi marcada pela oferta desigual dos procedimentos que qualificam a atenção, determinada por fatores individuais, contextuais e, especialmente, relacionada às práticas assistenciais. CONCLUSÃO: Três características compuseram o perfil da parturiente que se beneficiou de atenção mais qualificada: ter menos de 19 anos, ensino médio completo e não ter antecedentes de cesariana.OBJETIVOS: Identificar los factores asociados a la calidad de la atención y posibles predisponentes de inequidades en el cuidado del parto, a partir de las características socio-demográficas y obstétricas de mujeres atendidas en dos hospitales vinculados al Sistema Único de Salud en el municipio de Maringá-Paraná. MÉTODOS: Se trata de un estudio transversal, efectuado mediante una investigación en la historia clínica hospitalaria y entrevistas a 569 puérperas. Siete indicadores de calidad clasificaron la asistencia como excelente, buena, regular e insatisfactoria. Se utilizo el test Chi-cuadrado para establecer la asociación entre variables. RESULTADOS: Las mujeres eran jóvenes, con pareja fija, con secundaria completa, sin actividad económica remunerada y de bajo

  5. Parto no domicílio na voz das mulheres : uma perspectiva à luz da humanização

    OpenAIRE

    Kruno, Rosimery Barão; Bonilha, Ana Lúcia de Lourenzi

    2004-01-01

    Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, cujo objetivo foi conhecer as vivências, preparação, sentimentos e motivações de mulheres que optaram por partos domiciliares. Participaram da pesquisa dez mulheres que tiveram, pelo menos, uma experiência de parto domiciliar, em Porto Alegre, nos últimos cinco anos. As informações foram coletadas por entrevista semi-estruturada e analisadas segundo a proposta de Minayo. Os dados indicam que as mulheres que optaram por partos domiciliares não ac...

  6. Assessment of pelvic floor by three-dimensional-ultrasound in primiparous women according to delivery mode: initial experience from a single reference service in Brazil Avaliação do assoalho pélvico por meio da ultrassonografia tridimensional de mulheres primíparas de acordo com o tipo de parto: experiência inicial de um centro de referência do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edward Araujo Júnior

    2013-03-01

    Full Text Available PURPOSE: To evaluate changes to the pelvic floor of primiparous women with different delivery modes, using three-dimensional ultrasound. METHODS: A prospective cross-sectional study on 35 primiparae divided into groups according to the delivery mode: elective cesarean delivery (n=10, vaginal delivery (n=16, and forceps delivery (n=9. Three-dimensional ultrasound on the pelvic floor was performed on the second postpartum day with the patient in a resting position. A convex volumetric transducer (RAB4-8L was used, in contact with the large labia, with the patient in the gynecological position. Biometric measurements of the urogenital hiatus were taken in the axial plane on images in the rendering mode, in order to assess the area, anteroposterior and transverse diameters, average thickness, and avulsion of the levator ani muscle. Differences between groups were evaluated by determining the mean differences and their respective 95% confidence intervals. The proportions of levator ani muscle avulsion were compared between elective cesarean section and vaginal birth using Fisher's exact test. RESULTS: The mean areas of the urogenital hiatus in the cases of vaginal and forceps deliveries were 17.0 and 20.1 cm², respectively, versus 12.4 cm² in the Control Group (elective cesarean. Avulsion of the levator ani muscle was observed in women who underwent vaginal delivery (3/25, however there was no statistically significant difference between cesarean section and vaginal delivery groups (p=0.5. CONCLUSION: Transperineal three-dimensional ultrasound was useful for assessing the pelvic floor of primiparous women, by allowing pelvic morphological changes to be differentiated according to the delivery mode.OBJETIVO: Avaliar as mudanças no assoalho pélvico de mulheres primíparas em diversos tipos de partos por meio da ultrassonografia tridimensional. MÉTODOS: Estudo de corte transversal prospectivo com 35 primigestas, divididas em grupos com relação ao

  7. Avaliação da assistência ao parto em maternidade terciária do interior do Estado de São Paulo, Brasil Evaluation of delivery care in a tertiary maternity in the interior of State of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Cristina Manzini

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a estrutura e o processo de assistência ao parto e ao recém-nascido desenvolvidos na maternidade e na unidade de neonatologia de uma instituição hospitalar de nível terciário do interior do Estado de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo, transversal, voltado para a análise da adesão às normas preconizadas pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde em relação ao parto, avaliando-se os recursos existentes e as atividades desenvolvidas durante a assistência. Os dados foram colhidos nos anos de 2004 e 2005, a partir de entrevista com o gestor da maternidade, análise de 293 prontuários amostradose observação de 29 partos realizados. RESULTADOS: a avaliação da estrutura evidenciou a disponibilidade de equipamentos, instrumentais e medicamentos, de obstetra, pediatra e anestesista eausência de quartos de pré-parto, parto e puerpério.Na análise do processo observouse, entre outras,frequências regulares relacionadas à verificação de pressão arterial e ausculta dos batimentos cardíacos fetais; o preenchimento do partograma foi satisfatório; na assistência ao recém-nascido, foram insatisfatórios o aleitamento na primeira hora de vida e ocontato pele a pele. CONCLUSÕES: algumas práticas úteis no partonormal foram pouco utilizadas. Percebese uma tendência à incorporação de práticas baseadas em evidências científicas, quando se considerou a realização de procedimentos como tricotomia, enteroclisma e episiotomia, demonstrando uma mudançapositiva na assistência ao parto.OBJECTIVES: to evaluated the structure and care provided on delivery and for newborns by the maternity an neonatal unit of a tertiary hospital of the interior of State of São Paulo, Brazil. METHODS: a crosscutting descriptive study was carried out in accordance with the desired standards of the Ministry of Health and World Health Organization regarding care on delivery, evaluating the resources and the

  8. Componentes do cuidado de enfermagem no processo de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Thaise Frello

    2010-12-01

    Full Text Available O cuidar é necessário durante todo o processo do parto, e conhecer o que as mulheres têm a dizer sobre suas experiências permite que as práticas sejam repensadas. Assim, este estudo teve como objetivo identificar como se apresentam os Componentes do Cuidado de Enfermagem nas falas das puérperas acerca do seu processo de parto. Trata-se de uma pesquisa qualitativa envolvendo três instituições públicas de cada um dos estados da Região Sul do Brasil no período de agosto a dezembro de 2006, tendo como sujeitos 28 puérperas, entrevistadas no alojamento conjunto por meio de entrevista semi-estruturada. Os dados foram analisados conforme passos propostos por Creswell. O referencial teórico utilizado para sustentar a coleta e análise de dados foram os Componentes do Cuidado de Enfermagem propostos por Carraro, baseados em Nightingale e Semmelweis. Os resultados apontam os aspectos relativos ao cuidado da mulher no processo do parto, possibilitando ter clareza sobre suas necessidades de forma a qualificar o cuidado prestado. Desta forma, seus depoimentos contribuem para promover a reflexão e futuras mudanças nos cuidados prestados pela Enfermagem e toda a Equipe de Saúde.

  9. Induction of labor with titrated oral misoprostol solution versus oxytocin in term pregnancy: randomized controlled trial Indução do trabalho de parto por meio de solução oral titulada de misoprostol versus oxitocina em gestação a termo: estudo controlado randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rezvan Aalami-Harandi

    2013-02-01

    Full Text Available PURPOSE: To evaluate the effectiveness and the safety of orally administered misoprostol in comparison to intravenously infused oxytocin for labor induction in term pregnant women. METHODS: Between 2008 and 2010, a total of 285 term pregnant women whom were candidate for vaginal delivery were assessed for eligibility to enter the study. Twenty five patients were excluded for different reasons; and 260 included women were randomly assigned to one of the two groups according to the method of treatment, misoprostol or oxytocin. The misoprostol group received 25 µg every 2 hours for up to 24 hours for induction. The oxytocin group received an infusion of 10 IU which was gradually increased. The time from induction to delivery and induction to the beginning of the active phase and successful inductions within 12, 18, and 24 hours were recorded. The trial is registered at irct.ir, number IRCT2012061910068N1. RESULTS: Failure of induction, leading to caesarean section was around 38.3% in the oxytocin group and significantly higher than that of the misoprostol group (20.3% (pOBJETIVO: Avaliar a eficácia e segurança do misoprostol administrado por via oral em comparação à infusão de oxitocina para a indução do trabalho de parto em gestantes a termo. MÉTODOS: Entre 2008 e 2010, um total de 285 gestantes a termo candidatas para parto vaginal foram avaliadas quanto à eligibilidade para inclusão no estudo. Vinte e cinco pacientes foram excluídas por várias razões, e as 260 mulheres incluídas foram divididas aleatoriamente em dois grupos de acordo com o método de tratamento, misoprostol ou oxitocina. O grupo tratado com o misoprostol recebeu 25 µg cada 2 horas durante um máximo de 24 horas para indução. O grupo tratado com oxitocina recebeu infusão de 10 UI, que foi aumentada gradativamente. O tempo a partir da indução até o início da fase ativa e as induções bem-sucedidas dentro de 12, 18 e 24 horas foram registrados. O ensaio foi

  10. Embarazo, parto y puerperio: creencias y prácticas de parteras en San Luis Potosí, México Gravidez, parto e puerpério: crenças e práticas de parteiras em San Luis Potosi, México Pregnancy, delivery and puerperium: beliefs and practices of midwives in San Luis Potosi, Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blanca Pelcastre

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Documentar las creencias y las prácticas de las parteras tradicionales respecto al embarazo parto y puerperio. MÉTODOS: Aprovechando un curso de capacitación de 160 parteras tradicionales locales de las regiones Media y Huasteca del Estado de San Luis Potosí, México, dos de las enfermeras-instructoras entrevistaron a 25 de los capacitandos, apoyadas por un miembro de las comunidades náhuatl y tenek. La identidad de los participantes se mantiene anónima y se obtuvo permiso para publicar los resultados mediante consentimiento informado. RESULTADOS: Las prácticas de las parteras (os tradicionales son comunes en los grupos sociales que carecen de servicios de salud. Sus funciones no están limitadas al parto e incluyen nutrición, cuidados prenatales, del puerperio y la lactancia, así como apoyo afectivo emocional de las madres parturientas y sus familiares. En este estudio se registraron varios mitos y terapias tradicionales. CONCLUSIÓN: Los recursos de la terapia tradicional y de la atención primaria de la salud de las parteras Náhuatl y Tenek son útiles y benéficos para los cuidados perinatales.OBJETIVO: Documentar as crenças e as práticas das parteiras tradicionais quanto à gravidez, parto e puerpério. MÉTODO: Aproveitando um curso de capacitação de 160 parteiras tradicionais locais das regiões Media e Huasteca do Estado de São Luís Potosi, México, duas das enfermeiras-instrutoras entrevistaram 25 participantes do curso, apoiadas por um membro das comunidades náhuatl e tenek. Foi garantido o anonimato dos participantes, que concordaram com a publicação dos resultados, mediante o termo de consentimento esclarecido. RESULTADOS: As práticas das (os parteiras (os tradicionais são comuns nos grupos sociais carentes de servicos de saúde. Suas funções não estão limitadas ao parto, compreendem nutrição, cuidados do pré-natal, do puerpério e da lactância, assim como apoio afetivo emocional das m

  11. USO DA PGF2? NO PUERPÉRIO PARA REDUZIR O ANESTRO PÓS-PARTO DE CABRAS EM ALEITAMENTO CONTÍNUO E CONTROLADO USE OF PGF2? ON THE PUERPERIO TO REDUCE THE POS-PARTUM ANESTROUS OF CONTINUOS OR CONTROLLED SUCKLING GOATS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Fernandes Lima

    2008-07-01

    Full Text Available

    Objetivou-se estudar os efeitos da administração da PGF2α sobre o período de anestro pós-parto de oitenta cabras, em aleitamento contínuo ou controlado, criadas em sistema semi-extensivo com acesso à água e sal mineral <em>ad libitumem>. As fêmeas, com idade entre dois e seis anos, foram aleatoriamente distribuídas em três grupos experimentais (GI, GII, GIII. As do GI (n = 30 receberam, na musculatura vulvar, 250µg de PGF2α no 6o e 12o dias após o parto. As do GII (n = 30 foram tratadas, pela mesma via e com a mesma dose de PGF2α, no 6o, 7o, 8o, 9o e 10o dias do pós-parto, e as do GIII (n = 20 serviram como controle. Realizou-se a detecção do estro por rufião com auxílio de pessoal habilitado e efetuaram-se as coberturas com reprodutores de fertilidade comprovada. Analisaram-se os dados através da ANOVA e do cálculo do erro-padrão da diferença entre proporções. Não se verificou diferença (P > 0,05 das porcentagens de estro entre os três grupos experimentais; todavia, a duração média do anestro pós-parto foi significativamente reduzida (P < 0,05 nos animais tratados com PGF2α. Houve redução significativa (P < 0,05 do anestro pós-parto das fêmeas em aleitamento controlado. Não se registrou diferença (P > 0,05 nas porcentagens de prenhez entre os diferentes grupos. Os dados obtidos permitem concluir que a administração da PGF2α no início do puerpério é eficiente para reduzir o período de anestro pós-parto, especialmente nas fêmeas em aleitamento controlado; contudo, não exerce influência sobre a fertilidade de cabras SRD com aptidão para produção de carne.

    PALAVRAS-CHAVES: Caprino, estro, prostaglandina, puerpério.

    This work aimed to

  12. Histórias de parto e a ultrassonografia como marco narrativo no Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Barcellos Rezende

    Full Text Available Resumo Em minha pesquisa sobre narrativas de parto de mulheres de camadas médias no Rio de Janeiro, figuram muitos profissionais de saúde, bem como exames de ultrassonografia que se tornam pontos de inflexão da experiência de gravidez e parto. Neste artigo, busco entender o significado dado a estas menções no contexto das narrativas de experiências da medicalização da gravidez e parto destas mulheres. Entendo estas histórias como formas de expressão não apenas como um meio de expor a experiência, mas também como modos de estruturá-la. Proponho ver estas histórias como maneiras de articular biografias a significados culturais de pessoa, corpo, gênero e maternidade, dando, portanto, sentidos específicos às experiências de parto destas mulheres. Elas oferecem também uma compreensão da experiência do sistema médico, mostrando como as mulheres negociam sentidos de práticas e diagnósticos ao longo de suas gestações e partos.

  13. Representações e experiências das mulheres sobre a assistência ao parto vaginal e cesárea em maternidades pública e privada Women's representations and experiences with vaginal and cesarean delivery in public and private maternity hospitals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa de Sousa Gama

    2009-11-01

    Full Text Available Este estudo analisa as diferentes representações e experiências quanto ao parto vaginal e cesárea de mulheres de diferentes estratos sócio-econômicos, bem como a natureza das relações profissionais de saúde/usuárias no contexto institucional em que estão inseridas. A pesquisa de natureza qualitativa foi desenvolvida em três maternidades do Município do Rio de Janeiro, Brasil, sendo uma pública, uma conveniada com o SUS e uma particular, com mulheres que tiveram os dois tipos de parto. Os resultados revelam que o modelo de organização dos serviços público e privado apresentam variações que produzem diferentes tipos de assistência e de relação entre os profissionais de saúde e as usuárias, dando forma a experiências distintas entre as mulheres pesquisadas. Todavia, ao empreendermos uma crítica assentada nas relações de gênero, podemos verificar que o modelo de assistência ao parto permanece submetendo quem deve ser sujeito e reproduzindo o projeto da medicalização - mesmo que este processo se manifeste de formas diferenciadas entre os grupos estudados -, o que reduz o campo da assistência e inviabiliza um lugar de poder diferenciado das usuárias.This study analyzes the different representations and experiences of women from different social classes, including issues related to their relations with hospital staff in different institutional settings. This qualitative study focused on women who had experienced both types of delivery, in three maternity hospitals in Rio de Janeiro, Brazil (one public, one fully private, and another private under an outsourcing agreement with the public health system. The study showed that variations in public and private service models result in different types of delivery care and different relations with staff, and are reflected in different birthing experiences for the women. However, a critical gender perspective shows that in both cases, the service models reproduce the

  14. Características demográficas e psicossociais associadas à depressão pós-parto em uma amostra de Belo Horizonte Demographic and psychosocial characteristics associated with postpartum depression in a sample from Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Gomes Figueira

    2011-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A depressão pós-parto (DPP tem sido alvo de inúmeras investigações científicas devido à sua alta prevalência e gravidade e também por suas repercussões negativas na puérpera e na criança. OBJETIVO:Comparar mulheres com e sem DPP em um grupo de puérperas selecionadas aleatoriamente a partir dos partos ocorridos em uma maternidade de Belo Horizonte (MG. MÉTODOS: Selecionamos 245 mulheres que tiveram parto em uma maternidade de Belo Horizonte. Aplicamos uma entrevista semiestruturada para a obtenção de dados psicossociais e demográficos e uma entrevista estruturada (Mini Neuropsychiatric Interview, MINI-Plus para o diagnóstico de depressão maior segundo critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4th edition (DSM-IV. RESULTADOS:26,9% das mulheres tinham diagnóstico de DPP. Não encontramos diferenças entre as características sociodemográficas das mulheres com (n = 66, 26,9% e sem diagnóstico de DPP (n = 179, 73,1%. Entretanto, diversas variáveis clínicas e psicossociais se mostraram significativamente diferentes entre os dois grupos, tais como história de depressão, vivência de estresse ou presença de sintomas depressivos ou ansiosos durante a gravidez, ocorrência de complicações maternas ou na criança no pós-parto e insuficiência de suporte nos cuidados pós-natais. CONCLUSÃO: A identificação de fatores associados à DPP é importante para a compreensão de sua etiopatogenia e para o estabelecimento de estratégias de prevenção e tratamento precoce dessa grave doença.INTRODUCTION: Postpartum depression has been the object of extensive research both because of its high prevalence and its repercussions on the mother and the infant. OBJECTIVE:To compare women with and without depression in a sample of postpartum women randomly selected at a maternity in the city of Belo Horizonte, Brazil. METHODS: A total of 245 women who gave birth at a private maternity hospital in

  15. Risk factors for the increasing trend in low birth weight among live births born by vaginal delivery, Brazil Fatores de risco para a tendência ascendente do baixo peso ao nascer em nascidos vivos de parto vaginal no Sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco A Barbieri

    2000-12-01

    vaginal em Ribeirão Preto, Sudeste do Brasil. A primeira incluiu 4.698 crianças nascidas entre junho de 1978 e maio de 1979 e a segunda 1.399 crianças nascidas entre maio e agosto de 1994. Os riscos de BPN foram testados num modelo de regressão logística, incluindo interações entre ano da pesquisa e todas as variáveis independentes em análise. RESULTADOS: A incidência de BPN entre partos vaginais aumentou de 7,8% em 1978/79 para 10% em 1994 para crianças do sexo feminino, para os primogênitos, para nascidos de mães sem companheiro, para nascidos de mães que fizeram menor número de consultas pré-natais ou com menos anos de estudo e para nascidos de mães fumantes. A interação entre ano do parto e idade gestacional indicou que o risco de BPN entre os nascidos prematuros caiu de 17,8 para 8,7 em 15 anos. A média do peso ao nascer reduziu-se mais entre os filhos de famílias mais qualificadas, que tiveram o maior aumento nos nascimentos pré-termo e nas mães sem companheiro. CONCLUSÕES: O BPN entre partos vaginais aumentou principalmente devido ao incremento nos nascimentos pré-termo e nas mães sem companheiro. A associação entre cesariana e BPN tendeu a encobrir as diferenças socioeconômicas na probabilidade do BPN. Na análise dos partos vaginais isoladamente, as diferenças socioeconômicas reapareceram.

  16. Parto vaginal tras cesárea

    OpenAIRE

    San Martín Bragado, María

    2016-01-01

    Cuando una mujer ha sido sometida a una cesárea previa existen dos opciones para ella en el caso de que se quede embarazada: repetir cesárea o intentar un parto vaginal. A pesar de los riesgos, el parto vaginal después de una cesárea es una situación atractiva para muchas pacientes y dará lugar a un resultado exitoso en un alto porcentaje de casos. Se ha de tener en cuenta que la realización de una cesárea electiva no está exenta de riesgos Grado en Medicina

  17. Práticas obstétricas e resultados maternos e neonatais: análise fatorial de correspondência múltipla em dois centros de parto normal Prácticas obstétricas y resultados maternos y neonatales: análisis de factores de correspondencia múltiple en centros de parto normal Obstetric practices and maternal and neonatal outcomes: analysis of multiple correspondence factors in normal birth centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Porto da Cruz

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as práticas obstétricas e os resultados maternos e neonatais de dois Centros de Parto Normal do Município de São Paulo, comparandose as unidades intra e extra-hospitalares. MÉTODOS: Estudo observacional, transversal e retrospectivo com dados secundários provenientes de 192 prontuários das instituições envolvidas. As variáveis de estudo foram as práticas selecionadas para o parto normal: a utilização de ocitocina, o tipo de rompimento das membranas amnióticas, a realização de episiotomia ou perineotomia e o tempo de permanência materna e neonatal. Foi elaborado um instrumento informatizado para coleta de dados com base nas variáveis de estudo. Os dados foram tratados através de análise estatística multivariada. RESULTADOS: O centro de parto normal intra-hospitalar utilizou com maior frequência às intervenções relacionadas à utilização de ocitocina, rompimento artificial de membranas amnióticas e tempo de permanência materna e neonatal superior às 48h, após o parto. O centro de parto normal extra-hospitalar apresentou maior frequência de parturientes com períneo íntegro após o parto, rompimento de membranas de maneira espontânea e tempo de permanência materna e neonatal inferior a 48 horas pós-parto. Os resultados maternos e neonatais não evidenciaram complicações relacionadas às práticas utilizadas. CONCLUSÃO: As práticas obstétricas pouco diferiram, comparando-se os dois tipos de Centros de Parto Normal; ambos seguem as recomendações da Organização Mundial de Saúde e aplicam as intervenções somente nos casos indicados.OBJETIVO: Describir las prácticas obstétricas y maternales y los resultados neonatales de dos centros de parto normal en el Municipio de Sao Paulo, comparando las unidades intra y extra hospitalarias. MÉTODOS: Estudio observacional, transversal y retrospectivo, con datos secundarios obtenidos de 192 registros de las instituciones estudiadas. Las variables

  18. O parto: encontro com o sagrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Tanese Nogueira

    2006-01-01

    Full Text Available El artículo objetiva presentar la cuestión de la humanización del parto en sus fundamentos culturales y antropológicos, con la intención de añadir el punto de vista no médico al debate. Fueran utilizados los pensamientos de dos conocidos estudiosos de las religiones: Rudolf Otto y Mircea Eliade, pero fueran las referencias teóricas que forman la filosofía y la práctica alquímica que hay sido utilizadas para analizar a experiencia de una mujer quien a las cuarenta semanas de gestación invierte el camino previsto en la búsqueda de una experiencia de parto la cual se reveló como extraordinaria. El resultado de la reflexión muestra las profundas ramificaciones que la humanización del parto implica para las mujeres, sea en términos de su dimensión psicológica como de su actuación en cuanto ciudadana, madre y mujer. Finalizamos apuntando los nuevos rumbos que la humanización del parto acarrea para sus actores, en cuanto un amplio movimiento de transformación del paradigma cultural y obstétrico.

  19. Crioterapia no pos-parto: tempo de aplicacao e mudancas na temperatura perineal

    OpenAIRE

    Adriana Amorim Francisco; Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de Oliveira; Lucila Coca Leventhal; Caroline de Souza Bosco

    2013-01-01

    Estudo descritivo com dados de dois ensaios clínicos realizados em 2008 e 2009 em uma maternidade de uma instituição filantrópica da cidade de São Paulo. Teve como objetivo descrever a temperatura perineal após a aplicação de bolsa de gelo no pós-parto normal. Três grupos com 38 puérperas cada (n=114) receberam aplicação perineal de bolsa de gelo entre 2 e 48h após o parto. Os achados indicaram que com 10 min de crioterapia as médias da temperatura perineal atingiram de 13,3 a 15,3oC, com peq...

  20. Parto natural ¿Qué nos dice la evidencia?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Andrés Carvajal Cabrera

    2017-05-01

    Full Text Available Introducción: Es deseable que el proceso del parto concluya con una madre y un recién nacido sano, y sea un momento especial e íntimo. El Parto Natural, ha sido propuesto como una opción para mejorar la satisfacción de las mujeres con el proceso del parto. Sin embargo, no existen definiciones serias respecto a qué es el Parto Natural, introduciendo dificultades en la atención de mujeres que solicitan un Parto Natural. Métodos: El objetivo de este artículo es revisar la mejor evidencia disponible para entender cómo debe definirse un Parto Natural y analizar si se asocia a riesgos mayores que los de la atención médica habitual del parto. Resultados: Hemos comprobado que no existen definiciones científicas consensuadas para precisar qué es el Parto Natural, dejando espacio para discusión sobre su verdadero significado. No existen estudios de diseño aleatorizado y controlado que comparen el resultado materno/perinatal del parto natural comparado con la atención habitual del parto. Las intervenciones médicas, usadas en la atención médica del parto, y que podrían ser evitadas en el Parto Natural, producen algunos cambios favorables y otros deletéreos respecto de la salud materna y perinatal. Conclusiones: La decisión de optar por el Parto Natural debe ser discutida con las mujeres que lo solicitan, precisando con ella y su pareja cuál es su concepto de parto natural o qué es lo que desean incluir o evitar, los riesgos y beneficios asociados a cada una de las intervenciones deben ser expuestos por el equipo médico, para adoptar un plan de manejo individualizado.

  1. Colonização materna e neonatal por estreptococo do grupo B em situações de ruptura pré-termo de membranas e no trabalho de parto prematuro Group B streptococcus maternal and neonatal colonization in preterm rupture of membranes and preterm labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Luís Nomura

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar a prevalência e os fatores de risco de colonização materna por estreptococo do grupo B (EGB em gestantes com trabalho de parto prematuro (TPP e/ou ruptura prematura pré-termo de membranas (RPM. MÉTODOS: foram colhidos dois swabs anais e dois swabs vaginais de 203 gestantes com diagnóstico de TPP ou RPM entre 22 e 36 semanas completas de gestação atendidas no serviço em um período de um ano. Foram excluídas as gestantes que deram entrada com parto iminente. Um swab de cada local foi colocado em meio de transporte, sendo posteriormente enviados para cultura em placas de ágar-sangue, os outros dois foram incubados por 24 horas em meio de Todd-Hewitt para posterior semeadura em placas de ágar-sangue. Foram analisados fatores de risco com o uso do teste do qui-quadrado, t de Student (p ajustado a 0,05 e intervalo de confiança 95% e de regressão logística. Foram analisadas as seguintes variáveis: idade, raça, paridade e escolaridade maternas; resultados das culturas por local de coleta e tipo de cultura; diagnóstico de admissão; idade gestacional de admissão; bacteriúria assintomática; idade gestacional no parto; tipo de parto; taxa de colonização neonatal por EGB e resultado neonatal imediato. RESULTADOS: a prevalência de colonização materna por EGB foi de 27,6% (56 gestantes. As taxas de colonização segundo as complicações da gestação foram 30% para RPM, 25,2% para TPP e 17,8% para TPP + RPM. As variáveis "raça branca", "baixo nível de escolaridade" e "bacteriúria" foram associadas a maiores taxas de colonização na análise univariada. A presença de infecção urinária foi a única variável significativamente associada à colonização materna na análise multivariada. A taxa de detecção do estreptococo do grupo B foi significativamente maior com o uso do meio seletivo e com a associação de coleta de culturas anais e vaginais. A taxa de colonização neonatal foi de 3,1%. Ocorreram

  2. Evidências qualitativas sobre o acompanhamento por doulas no trabalho de parto e no parto Qualitative evidence of monitoring by doulas during labor and childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimunda Magalhães da Silva

    2012-10-01

    Full Text Available Objetivou-se elaborar uma metassíntese com as evidências sobre o trabalho das doulas no acompanhamento às mulheres em trabalho de parto e de parto. Realizou-se um levantamento nas bases de dados Medline, PubMed, SciELO, Lilacs, usando os descritores doulas, gestação, trabalho de parto, parto e terapia alternativa, no período de 2000 a 2009. Foram selecionados sete artigos e destes emergiram quatro categorias: suporte proporcionado por doulas; experiências das parturientes; relacionamento profissional; e opiniões e experiências dos profissionais. Os principais suportes estavam relacionados aos aspectos físico, emocional, espiritual e social. As experiências evidenciaram que as doulas estimulam a relação mãe e filho, orientam para uma amamentação bem-sucedida e contribuem para prevenir a depressão pós-parto. Observou-se controvérsia entre os profissionais quanto à aceitação deste novo membro na equipe obstétrica, e destacou-se o cuidado como inovador, que acalma, encoraja e supre as necessidades da gestante. Concluiu-se que os estudos qualitativos sobre este tema são recentes, incipientes, mas reveladores de uma importante possibilidade para a humanização do trabalho de parte e parto.The objective of this study was to conduct a metasynthesis of evidence of the work of doulas assisting women in labor and during childbirth. Articles between 2000 and 2009 were located in the Medline, PubMed, SciELO, and Lilacs databases using the key search words: doulas, gestation, labor, and alternative therapy. Seven articles were selected for the study and four categories were created: the support provided by doulas; the birth mother's experiences; professional relationship: and opinions and experiences of professionals. The doulas offered physical, emotional, spiritual and social support. Experiments showed that the professionals stimulated the mother/child relationship, oriented towards successful breastfeeding, and contributed to the

  3. Casa de parto: simbologia e princípios assistenciais Casa de parto: simbología y principios de asistencia Birth center: symbols and assistance -related principles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Akiko Komura Hoga

    2004-10-01

    Full Text Available A primeira Casa de Parto vinculada ao Programa Saúde da Família possui simbologia específica. Objetivou-se identificar os símbolos que permeiam as idéias, crenças, valores e práticas e os princípios que orientam a assistência prestada na Casa de Parto. O método de pesquisa foi a etnografia e a história oral temática, o recurso empregado para entrevistar enfermeiras obstétricas da Casa. Resultados: A Casa possui o valor simbólico da inovação da assistência ao parto e o cuidado humanizado à gestante é o princípio que norteia as práticas. Considerações finais: A simbologia da Casa e as práticas de cuidado desenvolvidas constituem referência às demais Casas de parto em proposição no Brasil e devem ser conhecidas pelas enfermeiras obstétricas.La primera Casa de Parto vinculada al Programa de Salud de la Familia posee simbología específica. El Objetivo de esta encuesta es identificar los símbolos que atraviesan las ideas, creencias, valores y prácticas así como los principios que orientan la asistencia de la casa de parto. El método de la encuesta fue la etnografía y la historia oral temática fue el recurso usado para entrevistar a enfermeras obstétricas de esta Casa. Resultados: La Casa posee el valor simbólico de la innovación de la asistencia al parto y el cuidado humanizado es el principio que orienta las prácticas de enfermería. Consideraciones finales: La simbología de la Casa y las prácticas de asistencia al parto desarrolladas en esta casa constituyen referencia de las demás casas de parto en Brasil y las deben conocer las enfermeras obstétricas.The first Birth Center of the Family Health Program has specific symbols. The purpose was the identification of symbols that permeate the ideas, beliefs, values, practices, and principles that guide the assistance given at the Birth Center. Ethnography was the research method; thematic oral history was the resource employed to interview obstetric nurses in

  4. Experimentando cuidados en el contexto de una casa de partos: visión de las pacientes

    OpenAIRE

    GONÇALVES, Roselane; AGUIAR, Cláudia de Azevedo; MERIGHI, Miriam Aparecida Barbosa; JESUS, Maria Cristina Pinto de

    2011-01-01

    O modelo de assistência ao parto e nascimento no Brasil tem sido tema de muitas discussões e estudos sobre a incorporação de práticas obstétricas que considerem a autonomia da mulher no processo de parturição. O modelo proposto pelas Casas de Parto configura-se como um cenário para esses cuidados. Este estudo voltou-se para a compreensão da vivência da mulher parturiente no contexto de uma Casa de Parto situada em São Paulo. Os dados foram coletados no período de março a outubro de 2007 e ana...

  5. Milk production and quality of Holstein cows in function of the season and calving order Produção e qualidade do leite de vacas da raça Holandesa em função da estação do ano e ordem de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Cristina da Silva

    2010-06-01

    ção de leite dessa lactação. ECS e teores de gordura e proteína não variaram em função da época de parição. Ordem de lactação e estação do ano ao parto causam variação na produção de leite, e é importante o uso de estratégias para minimizar o estresse calórico, principalmente no pico de lactação. Maiores cuidados devem ser tomados com vacas a partir da 4ª lactação, pois apresentam maior ECS e o estresse calórico pode favorecer a ocorrência de mastite.

  6. Rastreamento da depressão pós-parto em mulheres atendidas pelo Programa de Saúde da Família Post-partum depression screening among women attended by the Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Bezerra da Silva Cruz

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estimar a prevalência de depressão puerperal (DP sua associação com transtorno mental comum (TMC nas mulheres atendidas por duas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF da cidade de São Paulo e identificar os fatores de risco associados à DP. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 70 puérperas atendidas nas Unidades do PSF, Fazenda da Juta II e Jardim Sinhá, entre outubro de 2003 e fevereiro de 2004. Como instrumentos utilizaram-se: questionário com informações sociodemográficas econômicas e dados obstétricos e perinatais; Self-Report Questionnaire 20 (SRQ-20, para rastreamento de TMC e a Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS, para avaliação de DP. Para testar as associações entre variáveis explicativas (fatores de risco e a presença de DP foram utilizados os testes t de Student, chi2 e chi2 de tendência linear, quando indicados. Para avaliar a concordância entre a EPDS e o SRQ foi utilizado o coeficiente de concordância kappa (kapa. RESULTADOS: a prevalência de TMC e de DP foi de 37,1%. As escalas apresentaram boa concordância (kapa = 0,75. As variáveis explicativas idade materna, cor, escolaridade, ocupação e estado civil, além de idade, ocupação e instrução do companheiro, renda familiar, número de gestações, paridade, abortamentos, filhos vivos, partos prematuros, idade gestacional, tipo do parto, planejamento da gestação, Apgar de 1º e 5º minuto, sexo e peso do recém-nascido e aleitamento materno não apresentaram significância estatística. Quanto maior a percepção de suporte social do marido, menor a prevalência de DP (p=0,03. CONCLUSÃO: devido à alta prevalência e impacto negativo sobre a mãe e seu filho, é valioso sensibilizar o profissional de saúde para a importância da DP.PURPOSE: to estimate the prevalence of Family Health Program postpartum depression (PPD and its association with minor mental disorders (MMD among women attended in two (FHP PSF units

  7. Transtornos psiquiátricos no pós-parto Postpartum psychiatric disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury Cantilino

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O pós-parto é um período de alterações biológicas, psicológicas e sociais. Essa é considerada a época mais vulnerável para a ocorrência de transtornos psiquiátricos. A disforia puerperal, a depressão pós-parto e a psicose pós-parto têm sido classicamente relacionadas ao pós-parto. Atualmente, tem sido observado que os transtornos ansiosos também estão associados a esse período. MÉTODO: Neste artigo é feita uma revisão da bibliografia acerca de transtornos psiquiátricos no pós-parto a partir de artigos encontrados no PubMed e no SciELO entre os anos de 2000 e 2009. Livros, teses e outros artigos considerados relevantes citados no material consultado também foram incluídos. RESULTADOS: A disforia puerperal ocorre em 50% a 85% das mulheres, o quadro é leve e transitório e não requer tratamento. A depressão pós-parto tem prevalência em torno de 13%, pode causar repercussões negativas na interação mãe-bebê e em outros aspectos da vida da mulher e deve ser tratada. A psicose pós-parto é rara, aparecendo em cerca de 0,2% das puérperas. Tem quadro grave que envolve sintomas psicóticos e afetivos, havendo risco de suicídio e infanticídio e geralmente requerendo internação hospitalar. Os transtornos ansiosos podem ser exacerbados ou precipitados no pós-parto, especialmente o transtorno de ansiedade generalizada, o transtorno de estresse pós-traumático e o transtorno obsessivo-compulsivo. CONCLUSÃO: Apesar de não serem reconhecidos como entidades diagnósticas pelos sistemas classificatórios atuais, os transtornos mentais no puerpério apresentam peculiaridades clínicas que merecem atenção por parte de clínicos e pesquisadores.OBJECTIVE: The postpartum period is marked by biological, psychological and social changes. Women are considered most susceptible to psychiatric disorders during the postpartum period. Puerperal blues, postpartum depression and postpartum psychosis have been

  8. Influência do tipo de parto na hematologia do cordão umbilical de cães

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Godoy Aline Vieira

    2005-01-01

    Full Text Available O sangue do cordão umbilical humano tem sido crescentemente utilizado como fonte de células-tronco. Os modelos experimentais de células-tronco da medula óssea, em cães, têm propiciado informações importantes para transplantes medulares em humanos. Vários trabalhos citam a influência do tipo de parto nas características do sangue do cordão umbilical (SCU humano. Entretanto, não existem relatos sobre a colheita do sangue do cordão umbilical de cães. O objetivo deste ensaio é avaliar a influência do tipo de parto na hematologia do cordão umbilical de cães. No presente protocolo experimental, foram estudados 54 fetos de cães, ao final da vida intra-uterina, provenientes de parto normal (n=24 e cesariana (n=30. A colheita de sangue do cordão umbilical foi realizada com seringa de cinco mL contendo solução anticoagulante EDTA (1mg/1mL sangue. Em seguida, a contagem global de hemácias, leucócitos, plaquetas, a determinação da concentração de hemoglobina, taxa de hematócrito, os índices eritrocitários foram realizados no contador automático de células. A contagem diferencial de leucócitos foi determinada em esfregaços de SCU corados com May-Grunwald-Giemsa (MGG. Com relação ao eritrograma e ao plaquetograma, não houve diferença significativa entre as amostras obtidas em cesarianas e partos normais. Os valores do leucograma do SCU colhido em partos normais foram superiores àqueles obtidos em cesarianas (P<0,05. Portanto, o tipo de parto influencia os valores hematológicos do cordão umbilical de cães.

  9. Fatores culturais que interferem nas experiências das mulheres durante o trabalho de parto e parto Los factores que interfieren en las experiencias de las mujeres durante el trabajo de parto y parto Factors interfering in the experience of women in childbirth process and in childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Gorette Andrade Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available O parto é um acontecimento de relevância na vida da mulher, uma vez que constitui momento único para o binômio mãe-filho. O estudo teve como objetivo compreender os fatores que interferem nas experiências vividas pela parturiente. Participaram sete parturientes que tiveram filhos através de parto normal, em uma maternidade pública de Fortaleza-Ceará. A coleta dos dados ocorreu nos meses de junho a agosto de 2003. Para coleta e análise dos dados foi utilizada a Etnoenfermagem. Os achados foram refletidos na Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidado Cultural, de Leininger, e foram organizados em três categorias: medo; influência das crenças e religiosidade e gestação anterior. A prática do cuidado cultural na assistência à mulher mostrou como é importante a comunicação e o respeito às suas crenças e valores no momento do trabalho de parto e parto.El parto es una ocurrencia de importancia en la vida de la mujer, pues se constituye un momento único para el binomio madre-hijo. El estudio tuvo por objetivo comprender los factores que interfieren en las experiencias vividas por la parturienta. Participaron siete parturientas que tuvieron sus hijos a través del parto normal, en una maternidad pública de Fortaleza-Ceará. La recolecta de los datos ocurrió en los meses de junio, julio y agosto de 2003. Para la recolecta y el análisis de los datos fue utilizada la Etnoenfermería. Los hallazgos fueron reflejados en la Teoría de la Diversidad y Universidad del Cuidado Cultural de Leininger, y fueron organizados en tres categorías: Miedo; Influencia de las creencias y religiosidad; Gestación anterior. La práctica del cuidado cultural en la atención a la mujer nos ha mostrado la importancia de la comunicación y respecto a sus creencias y valores en el momento que se pone de parto y parto.Childbirth is a relevant happening in a woman's life, as it is a unique moment for the mother-child binomial. This study aimed at

  10. Bupivacaína 0,25% peridural, en la analgesia de parto: efectos hemodinámicos en la madre y feto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Arias

    2006-09-01

    Full Text Available Objetivo: Valorar la bupivacaína 0,25% por catéter epidural en el alivio del dolor de parto y efectos en la hemodinamia materna, progreso del parto y pH neonatal. Diseño: Estudio descriptivo, longitudinal, prospectivo. Lugar: Centro Obstétrico del Instituto Especializado Materno Perinatal, Lima, Perú, hospital de enseñanza universitaria. Pacientes: Sesenta parturientas en fase activa de trabajo de parto. Intervenciones: Se administró a las parturientas bupivacaína 0,25% 12 mL, vía catéter epidural, haciendo control del dolor con la escala visual análoga. Se registró la hemodinamia materno-fetal, pre y postanalgesia, dosis suplementaria de bupivacaína 0,25% 6 mL, trazado cardiotocográfico fetal, complicaciones. Se utilizó el programa estadístico SPSS 13,0. Principales medidas de resultados: Disminución del dolor, hemodinamia materna, pH neonatal. Resultados: La administración de bupivacaína 0,25% disminuyó significativamente el dolor (p < 0,001, prueba de Friedman, requiriendo 33 parturientas analgesia suplementaria (45 mg BPV prom.. La frecuencia basal fetal preanalgesia fue 142 lat/min y postanalgesia, 136 lat/min (t student p < 0,05; el dermatoma alcanzado fue T8, con duración promedio de 115 min; la satisfacción fue excelente en 50,1%. Se usó oxitocina en 88,3% (13,1mU/min, DE 3,2 mU/min, asociándose al acortamiento del tiempo de la fase activa en 2,42 h en primigestas y 1,55 h en multigestas; la cesárea fue necesaria en 11,7%, el PH neonatal promedio 7,24. Conclusiones: La analgesia epidural con bupivacaína 0,25% vía catéter es eficaz. La hemodinamia materna se mantiene, el latido cardiaco fetal desciende 12 latidos/min en promedio, la fase activa se acorta, estando relacionado al requerimiento de oxitocina.

  11. Mães Waldorf: gestação e parto na comunidade antroposófica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Littério de Bastos

    2017-12-01

    Full Text Available As recentes pesquisas em Ciências Sociais e Saúde Coletiva apontam para diferentes contornos sobre o ato de parir na contemporaneidade. Em 2013, por seis meses, realizamos uma etnografia sobre a cura na Antroposofia no bairro rural da Demétria, em Botucatu, São Paulo. Neste artigo, buscamos refletir sobre as orientações da medicina romântica da Antroposofia destinadas à gestação e ao parto em uma comunidade rural antroposófica e as relações estabelecidas com a biomedicina e com serviços de saúde. O contato com as mães e gestantes mostrou a existência de uma gramática emocional na qual a gestante é levada a buscar purificação e controle corporal, além de um silêncio religioso na hora de enfrentar as dores do parto como demonstração de coragem. Quando buscam acessar serviços de saúde, as expectativas sobre o parto se colocam distantes das práticas e concepções da medicina convencional.

  12. A inserção do acompanhante de parto nos serviços públicos de saúde de Santa Catarina, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odalea Maria Bruggemann

    2013-09-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva, quantitativa, que objetivou descrever a inserção do acompanhante de escolha da parturiente durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato nos serviços vinculados ao Sistema Único de Saúde que prestam assistência ao parto em Santa Catarina/Brasil, e identificar os aspectos que facilitaram e dificultaram esse processo. A população foi composta pelos 138 serviços do estado. Os dados foram coletados de maio/2010 a junho/2011, por meio de questionário enviado aos diretores e por contato telefônico, e posteriormente analisados por estatística descritiva. Dos 135 serviços contatados, 54,8% referiram que sempre permitem a presença do acompanhante, 32,6% permitem às vezes, 11,9% nunca permitem e 0,7% não responderam. A maioria dos serviços permite a presença do acompanhante. No entanto, em alguns deles essa prática ainda é implementada com restrições, pois a escolha da parturiente não é respeitada e impede-se a permanência do acompanhante no momento do parto.

  13. A inserção do acompanhante de parto nos serviços públicos de saúde de Santa Catarina, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odalea Maria Bruggemann

    Full Text Available Pesquisa descritiva, quantitativa, que objetivou descrever a inserção do acompanhante de escolha da parturiente durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato nos serviços vinculados ao Sistema Único de Saúde que prestam assistência ao parto em Santa Catarina/Brasil, e identificar os aspectos que facilitaram e dificultaram esse processo. A população foi composta pelos 138 serviços do estado. Os dados foram coletados de maio/2010 a junho/2011, por meio de questionário enviado aos diretores e por contato telefônico, e posteriormente analisados por estatística descritiva. Dos 135 serviços contatados, 54,8% referiram que sempre permitem a presença do acompanhante, 32,6% permitem às vezes, 11,9% nunca permitem e 0,7% não responderam. A maioria dos serviços permite a presença do acompanhante. No entanto, em alguns deles essa prática ainda é implementada com restrições, pois a escolha da parturiente não é respeitada e impede-se a permanência do acompanhante no momento do parto.

  14. Depressão pós-parto em puérperas: conhecendo interações entre mãe, filho e família Depresión posparto en puérperas: conociendo interacciones entre madre, hijo y familia Postpartum depression in puerperal women: knowing the interactions among mother, son and family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Cláudia Sousa da Silva

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer a interação de puérperas, que apresentam depressão pós-parto, com seus filhos e compreender a percepção de familiares sobre a doença e cuidados maternos prestados por essas puérperas. MÉTODOS: Estudo qualitativo de caráter exploratório que teve como sujeitos do estudo quatro puérperas com depressão pós-parto, acompanhadas em um Centro de Atenção Psicossocial do município de Quixadá - CE e quatro familiares. Foram realizadas visitas domiciliárias para a execução de entrevistas em profundidade. Os dados foram analisados conforme a técnica de análise de conteúdo proposta por Morse e Field. RESULTADOS: As principais alterações emocionais relatadas foram o choro fácil e nervosismo. As puérperas sentiam-se frustradas e/ou inseguras quanto ao exercício da maternidade. Como agravante foi observado que familiares desconheciam o problema da depressão pós-parto. CONCLUSÃO: O cuidado de enfermagem nessa situação deve começar no pré-natal com avaliação da auto-estima, da rede de suporte social e da satisfação das futuras mães.OBJETIVO: Conocer la interacción de puérperas, que presentan depresión posparto, con sus hijos y, comprender la percepción de familiares sobre la enfermedad y cuidados maternos prestados por esas puérperas. MÉTODOS: Estudio cualitativo de carácter exploratorio que tuvo como sujetos de estudio cuatro puérperas con depresión posparto, acompañadas en un Centro de Atención Psicosocial del municipio de Quixadá (estado de Ceará, y cuatro familiares. Fueron realizadas visitas domiciliarias para la ejecución de entrevistas en profundidad. Los datos fueron analizados conforme la técnica de análisis de contenido propuesta por Morse e Field. RESULTADOS: Las principales alteraciones emocionales relatadas fueron el llanto fácil y el nervosismo. Las puérperas se sentían frustradas y/o inseguras en lo referente al ejercicio de la maternidad. Como agravante fue observado

  15. Métodos para indução do parto Methods for labor induction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olímpio Barbosa de Moraes Filho

    2005-08-01

    Full Text Available O interesse da obstetrícia moderna pela indução do parto é demonstrado pela grande quantidade de artigos científicos publicados nos últimos anos. Os avanços da medicina em geral e da obstetrícia em particular têm permitido que mais gestações de risco evoluam até o termo ou próximo dele, com indicação materna ou fetal de interrupção da gestação antes do desencadeamento do trabalho de parto espontâneo. Isso coloca o obstetra na situação entre a escolha da cesárea ou da indução do parto. Para que o obstetra faça a escolha pela indução do parto e desta forma colabore com a diminuição da incidência de cesárea, é necessário que haja método acessível, barato, seguro, efetivo, de fácil utilização e de boa aceitabilidade. Embora exista grande quantidade de métodos de indução do parto relatados na literatura médica, sabe-se que ainda não há método ideal. No entanto, dentre eles, dois se destacam. O primeiro é a ocitocina, que possui as vantagens de promover contrações uterinas fisiológicas de trabalho de parto e com possibilidade de reverter os quadros de aumento da contratilidade uterina com a sua suspensão. O outro método é o misoprostol, o mais utilizado na atualidade, que amadurece o colo uterino e provoca contrações uterinas de trabalho de parto. No entanto, em relação ao misoprostol ainda existem controvérsias sobre sua dose e via ideal e segurança.The interest of modern obstetrics in labor induction can be demonstrated by the huge amount of scientific articles published during the last few years. The advances of medicine in general and particularly of obstetrics allowed that more risky pregnancies reach term or near term, with a maternal or fetal indication for pregnancy interruption before the spontaneous onset of labor and delivery. This leads the obstetrician to the situation of choosing between cesarean section and labor induction. With the aim of helping the obstetrician to make the

  16. Assistência ao parto com a presença do acompanhante: Experiências de profissionais Asistencia del parto con la presencia del acompañante: Experiencias de profesionales The partner’s presence in delivery care: The professionals´ experience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Akiko Komura Hoga

    2007-03-01

    Full Text Available A Organização Mundial da Saúde recomenda a participação de um acompanhante de escolha da gestante no parto. Objetivo: descrever a experiência dos membros da equipe profissional relativa à presença do acompanhante no parto. Metodologia: A pesquisa foi realizada em um hospital público do Estado de São Paulo-Brasil, entre Janeiro e Junho de 2001 e entrevistados 24 profissionais das seguintes categorias: médico obstetra e neonatogista, enfermeira obstétrica e auxiliar de enfermagem. Resultados: a presença do acompanhante provocou reflexos positivos em vários aspectos da assistência ao parto; A implementação de projetos de inserção do acompanhante no parto requer preparação sistemática; A inserção do acompanhante deve ser parte de uma proposta ampla de humanização da assistência; A presença do acompanhante fez com que os profissionais identificassem novas demandas na assistência ao parto. Conclusões: Os profissionais e a estrutura física devem estar preparados para inserir o acompanhante no parto e esta deve ser uma medida que integre uma proposta ampla de humanização da assistência ao parto.La Organización Mundial de la Salud recomienda la participación de un acompañante en el parto. Objetivo: Describir la experiencia de los miembros del equipo profesional frente a la presencia del acompañante en el parto. Metodología: La investigación fue realizada en un hospital público del Estado de São Paulo, Brasil, entre enero y junio del 2001, y para ello fueron entrevistados 24 profesionales de las siguientes categorías: médico obstetra, neonatólogo, enfermera obstétrica y auxiliares de enfermería. Los datos fueron analizados inductivamente e identificadas las semejanzas en las experiencias individuales. Resultados: Estas fueron las categorías descriptivas emergentes: La presencia del acompañante fue positiva en varios aspectos de la asistencia del parto. La implementación de proyectos de inclusión del

  17. Influencia de la Educación Maternal en el embarazo, parto, puerperio y salud neonatal

    OpenAIRE

    Ortiz Fernández, Cristina

    2014-01-01

    La Educación para la Maternidad (EM) es el conjunto de actividades grupales dirigidas a las embarazadas y sus parejas, orientadas a mejorar sus conocimientos sobre el proceso, promover comportamientos saludables, resolver dudas, y ofrecer estrategias que faciliten el embarazo, parto y puerperio tanto física como emocionalmente. En este trabajo se realiza una revisión bibliográfica con el objeto de conocer las características de los programas de Educación Maternal actuales, así como el impacto...

  18. Evolução da migração de partos para Aracaju, Sergipe, Brasil, 1970-1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gurgel Ricardo Queiroz

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é descrever a evolução da migração de partos do interior do Estado de Sergipe para a capital (Aracaju, no período compreendido entre 1970 e 1996. Para tanto utilizou-se a informação "município de residência da mãe" cujo parto ocorreu nas maternidades de Aracaju, nos anos de 1970, 1976, 1986 e 1996. Ao se estudar as proporções de mães não residentes em Aracaju, verificaram-se diferenças significativas, sendo que o período com maiores percentuais de migração ocorreu entre 1976 e 1986. A migração foi estimulada pela melhoria das rodovias que dão acesso à capital (a partir de 1970 e pelo incentivo político com fins eleitoreiros (clientelismo. Assim, a melhoria na estrutura hospitalar do interior não impediu o aumento da migração para a capital. Em Sergipe, no período em estudo, houve um crescimento de 134,6% do número de partos ocorridos na capital, provenientes de outras localidades. Além disso, observa-se intensidades de variação diferenciadas, quando se analisa o fenômeno por regiões, tendo em vista a melhoria das condições de acessibilidade. Faz-se necessária a regionalização e hierarquização da assistência ao parto e ao recém-nascido, para que se possa dar um atendimento adequado às gestantes e aos seus filhos.

  19. Evolução da migração de partos para Aracaju, Sergipe, Brasil, 1970-1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Queiroz Gurgel

    Full Text Available O objetivo deste estudo é descrever a evolução da migração de partos do interior do Estado de Sergipe para a capital (Aracaju, no período compreendido entre 1970 e 1996. Para tanto utilizou-se a informação "município de residência da mãe" cujo parto ocorreu nas maternidades de Aracaju, nos anos de 1970, 1976, 1986 e 1996. Ao se estudar as proporções de mães não residentes em Aracaju, verificaram-se diferenças significativas, sendo que o período com maiores percentuais de migração ocorreu entre 1976 e 1986. A migração foi estimulada pela melhoria das rodovias que dão acesso à capital (a partir de 1970 e pelo incentivo político com fins eleitoreiros (clientelismo. Assim, a melhoria na estrutura hospitalar do interior não impediu o aumento da migração para a capital. Em Sergipe, no período em estudo, houve um crescimento de 134,6% do número de partos ocorridos na capital, provenientes de outras localidades. Além disso, observa-se intensidades de variação diferenciadas, quando se analisa o fenômeno por regiões, tendo em vista a melhoria das condições de acessibilidade. Faz-se necessária a regionalização e hierarquização da assistência ao parto e ao recém-nascido, para que se possa dar um atendimento adequado às gestantes e aos seus filhos.

  20. Partos domiciliares planejados assistidos por enfermeiras obstétricas: transferências maternas e neonatais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Green Koettker

    Full Text Available O presente trabalho trata-se de estudo exploratório-descritivo que teve como objetivo descrever a taxa e as causas de transferência intraparto para o hospital de mulheres assistidas no domicílio por enfermeiras obstétricas e os desfechos desses nascimentos. A amostra foi composta por onze mulheres e seus recém-nascidos, de janeiro de 2005 a dezembro de 2009. Os dados foram coleta-dos em prontuários e cadernetas de saúde e analisados por estatística descritiva. A taxa de transferência foi de 11%, a maioria de nulíparas (63,6%, e todas foram transferidas durante o primeiro período clínico do parto. Os motivos mais frequentes de transferência foram parada de dilatação cervical e progressão da apresentação fetal, e desproporção cefalopélvica. Os escores de Apgar no 1º e 5º minutos foram >7 em 81,8% dos casos e não houve internação em unidade de terapia intensiva neonatal. Neste estudo constatou-se que o parto domiciliar planejado assistido por enfermeiras obstétricas, com protocolo assistencial, apresentou bons resultados maternos e neonatais, mesmo quando a transferência para o hospital foi necessária.

  1. PERCEPÇÃO DE MULHERES SOBRE A VIVÊNCIA DO TRABALHO DE PARTO E PARTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Suelly Saturnino de Oliveira

    2010-01-01

    Full Text Available La visión sobre el parto y cómo es percatado son singulares. Por lo tanto, cada mujer debe recibir una asistencia diferenciada. El objetivo fue conocer la percepción de las puérperas en cuanto a su experiencia de trabajo de parto y parto. Estudio que utiliza abordaje cualitativo, exploratorio y descriptivo realizado en un hospital público de nivel secundario de Fortaleza - Ceará, con catorce puérperas que estaban en Alojamiento Conjunto. Los datos fueron recolectados en agosto y septiembre de 2009, a través de entrevista semiestructurada. Las declaraciones fueron organizadas según la técnica de Análisis de Contenido. Las descripciones de trabajo de parto y parto hicieron hincapié en sentir alivio al superar el dolor y felicidad en ser capaz de tener al niño en los brazos, sin embargo la sensación de dolor se presentó como criterio para clasificar el momento como algo negativo, aunque sea necesaria en el nacimiento. Se concluye que la experiencia del trabajo de parto debe ser tenida en cuenta, ya que trae consecuencias para la participación de la mujer en el parto.

  2. MÉTODOS NÃO FARMACOLÓGICOS DE ALÍVIO DA DOR DURANTE TRABALHO DE PARTO E PARTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eveline Franco da Silva

    2011-01-01

    Full Text Available RESUMO: Objetivou-se analisar as produções científicas relacionadas aos métodos não farmacológicos de alívio da dor durante trabalho de parto e parto, por meio de uma revisão integrativa da literatura desenvolvida por meio das bases de dados Literatura Latino-Americana em Ciências de Saúde (LILACS e Scientific Electronic Library Online (SciELO. Foram incluídos 21 artigos, oriundos de estudos realizados no Brasil, publicados no período de 2003 e 2009. Os estudos abordaram: mobilidade, hidroterapia, crioterapia, estimulação elétrica transcutânea, técnicas de respiração e relaxamento. A região sudeste apresentou maior número de publicações, com maior incidência entre os anos de 2005 a 2007. Quanto à autoria, evidenciou-se maior empreendimento dos enfermeiros sobre os demais profissionais. A evidência da redução do medo e do uso de analgésicos e anestésicos possibilita sacramentar o uso destas terapias. O estudo permitiu a visibilidade às produções científicas sobre esta temática, apontando para a importância da realização de estudos exploratórios.

  3. Experiencias de las mujeres durante el trabajo de parto y parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dora Isabel Giraldo Montoya

    2015-05-01

    Full Text Available Objetivo: Develar las experiencias de las mujeres durante el trabajo de parto y parto en una Unidad Materno Infantil de Medellín, durante el año 2013. Metodología: Estudio cualitativo, de tipo fenomenológico. Muestreo representado en la saturación teórica, con la participación de 13 mujeres a quienes se les aplicó la entrevista a profundidad. Se construyeron las categorías descriptivas, posteriormente se agruparon en categorías de orden axial y finalmente se obtuvieron las de orden selectivo para determinar las categorías núcleo. Se desarrolló la triangulación a través de grupos focales y la observación. El estudio obtuvo la aprobación del Comité de Ética y se utilizó el consentimiento informado por escrito. Resultados: Surgieron tres categorías principales: Los síntomas desagradables, La soledad y Yo quiero ver a Camila. Desde la teoría de rango medio de los síntomas desagradables, se encontró que el dolor, la fatiga y la sed son experiencias altamente significativas que comprometen el bienestar y la satisfacción materna. La soledad estuvo presente en todo el proceso, sin embargo el apoyo espiritual y la presencia del personal de salud fueron una fuente de acompañamiento. A pesar del sufrimiento y el dolor del trabajo de parto, el nacimiento las hizo olvidar estos acontecimientos y consideraron que el proceso del parto las reafirmaba frente a la adopción de su rol materno. Conclusiones: Se deben cambiar los métodos tradicionales de cuidado y propiciar otras formas de atención más humanizadas para que las mujeres asuman su rol de madres con seguridad y decisión.

  4. Crioterapia no pos-parto: tempo de aplicacao e mudancas na temperatura perineal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Amorim Francisco

    2013-06-01

    Full Text Available Estudo descritivo com dados de dois ensaios clínicos realizados em 2008 e 2009 em uma maternidade de uma instituição filantrópica da cidade de São Paulo. Teve como objetivo descrever a temperatura perineal após a aplicação de bolsa de gelo no pós-parto normal. Três grupos com 38 puérperas cada (n=114 receberam aplicação perineal de bolsa de gelo entre 2 e 48h após o parto. Os achados indicaram que com 10 min de crioterapia as médias da temperatura perineal atingiram de 13,3 a 15,3oC, com pequena redução de temperatura ao final de aplicações de 15 e 20 minutos (2,4 e 2,7o, respectivamente. Após resfriamento por 10 min., as mulheres referiram frio e alívio e, depois de 15 a 20 min., dormência e anestesia local. Conclui-se que 10 minutos de aplicação foram suficientes para reduzir a temperatura perineal aos níveis recomendados para analgesia (10-15oC.

  5. Color doppler evaluation of the influence of type of delivery, sex, postnatal age and time post feeding on full term healthy newborns cerebral blood flow Doppler colorido na avaliação da influência do tipo de parto, sexo, idade pós-natal e tempo pós-mamada no fluxo sanguíneo cerebral em recém-nascidos a termo e saudáveis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Aranha

    2009-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The purpose of this study was to evaluate with Color Doppler the influence of type of delivery, sex, postnatal age and time post feeding on full term healthy newborns cerebral blood flow. METHOD: 50 newborns were studied. The Doppler parameters, peak-systolic velocity, end-diastolic velocity, mean velocity, pulsatility index and resistance index, were measured in the anterior cerebral artery, middle cerebral artery, posterior cerebral artery, and basilar artery. The data were compared and analyzed by statistical tests. Informed consent was obtained from all parents, and the study was approved by institutional ethical committee and review board. RESULTS: We observed not statistically significant differences on cerebral blood flow Doppler parameters in relation to type of delivery, sex, postnatal age and feeding in full term healthy newborns. CONCLUSION: We believe that the knowledge of these cerebral hemodynamic profile of newborns in the first days of life can contribute in an accurate interpretation of cranial Doppler abnormal findings when pathologic flow velocities are analyzed.OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar com Doppler colorido a influência do tipo de parto, sexo, idade pós-natal e tempo pós-mamada no fluxo sanguíneo cerebral de recém-nascidos a termo e saudáveis. MÉTODO: Foram estudados 50 recém-nascidos. A Dopplervelocimetria foi obtida nas artérias cerebral anterior, cerebral média, cerebral posterior e basilar. Os parâmetros foram comparados e analisados pelos testes estatísticos Esta pesquisa foi aprovada pela comissão ética e de pós-graduação das instituições e o consentimento informado dos pais foi obtido em todos os casos. RESULTADOS: Não observamos diferenças estatísticamente significativas na Dopplervelocimetria do fluxo sanguíneo cerebral em relação ao tipo de parto, sexo, idade pós-natal e tempo pós-mamada dos recém-nascidos normais e saudáveis estudados. CONCLUS

  6. A definição do acompanhante no parto: uma questão ideológica?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hotimsky Sonia Nussenzweig

    2002-01-01

    Full Text Available Discursos médicos, jurídicos e sanitaristas reconhecem a importância que tem a presença do acompanhante no parto. Porém, a definição dessa personagem varia nos diversos discursos em pauta. Descrevemos padrões de acompanhamento na cena do parto em um serviço de saúde 'alternativo' com uma proposta de parto ambulatorial realizado fora do hospital, assistido por obstetrizes, discutindo sua relação com as diferentes formas de sociabilidade, inclusive de relações de gênero, existentes entre as mulheres e os homens de distintas origens sociais que freqüentavam esse serviço. Por fim, discutimos os limites impostos, sobretudo pela legislação estadual de São Paulo e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, ao leque de 'opções' de acompanhante(s elegidas pelas parturientes e aos membros de suas redes de relações.

  7. Programa hormonal associado ao desmame temporário, na indução de ovulação em vacas de corte durante o pós-parto Hormonal program associated to temporary weaning in the induction of ovulation in beef cows during post-partum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Nadal Maciel

    2001-06-01

    Full Text Available Este experimento foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a eficiência de tratamentos hormonais, associados ao desmame temporário, na indução de ovulação após o parto, em fêmeas de corte criadas extensivamente. Foram utilizadas 143 vacas (Hereford e cruzas Hereford x Nelore, pluríparas, entre 50 e 70 dias após o parto, com condição corporal (CC 2 e 3 (1-5. O grupo SEMED (somatotropina, estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame foi constituído por 50 vacas, as quais receberam (dia 0 500mg de somatotropina bovina recombinante (bST-r, 5mg de benzoato de estradiol e um pessário intravaginal contendo 250mg de acetato de medróxiprogesterona (MAP e, seis dias após, (dia 6 500UI de gonadotrofina coriônica eqüina (eCG. No momento da retirada dos pessários (dia 7, os terneiros foram separados totalmente das vacas por 96h. No grupo EMED (estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame, constituído de 48 vacas, adotou-se um tratamento semelhante ao do grupo anterior, diferindo apenas na não utilização da somatotrofina. No grupo CONTROLE, 43 vacas foram unicamente separadas dos seus filhos por 96h. Logo após a retirada dos pessários vaginais e de realizado o aparte dos terneiros, as vacas foram colocadas em um piquete com touros (1:10. Após 53 dias, foi realizado o diagnóstico de gestação por palpação retal e ultra-sonografia, para detectar as vacas que conceberam no estro subseqüente aos tratamentos. Obtiveram-se índices de prenhez de 11,1% , 38,0% e 56,2% respectivamente, para os grupos CONTROLE, SEMED e EMED, cujas diferenças foram significativas (pThe purpose of this experiment was to assess the efficiency of hormonal treatments on the fertility of beef cows raised extensively on the west border region of Rio Grande do Sul, Brazil. A hundred and forty-three cows (Hereford and Crossing breeds which were between 50 and 70 days after delivery were used and, after being classified according to their

  8. Partos cesáreos no Piauí: tendência e fatores associados no período 2000-2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Madeiro

    Full Text Available Resumo OBJETIVO: analisar a tendência da proporção de partos cesáreos e fatores associados no Piauí, Brasil, de 2000 a 2011. MÉTODOS: estudo de série temporal e transversal, com dados dos partos hospitalares de primíparas registrados no Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc. RESULTADOS: a proporção de partos cesáreos aumentou de 34,4% em 2000 para 52,1% em 2011 (variação percentual anual +4,4; IC95% 3,6;5,1; mulheres brancas (RP=1,72; IC95% 1,63;1,86, com 40 anos ou mais de idade (RP=2,17; IC95% 2,09;2,28, com 12 anos ou mais de estudo (RP=1,86; IC95% 1,77;1,96, que realizaram sete ou mais consultas de pré-natal (RP=2,08; IC95% 1,97;2,18, residentes em municípios com mais de 300 mil habitantes (RP=1,68; IC95% 1,62;1,80 e com índice de desenvolvimento humano mais elevado (RP=1,61; IC95% 1,51;1,73 mostraram maiores proporções de partos cesáreos. CONCLUSÃO: a ocorrência de partos cesáreos foi elevada e mais frequente em mulheres de baixo risco obstétrico.

  9. Fatores determinantes da retenção de peso no pós-parto: uma revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kac Gilberto

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho constitui-se em uma revisão de literatura sobre fatores determinantes da retenção de peso em mulheres no pós-parto. Os resultados da revisão demonstraram que os principais fatores determinantes incluem o ganho de peso gestacional e a intensidade da lactação. Diversos estudos demonstraram que quanto maior o ganho de peso durante a gestação, maior a retenção de peso no pós-parto. O fumo esteve associado a uma menor retenção, enquanto a lactação só exerceu efeito protetor para a retenção de peso em alguns estudos. Diversos fatores, como a atividade física, o consumo de alimentos, a idade de menarca, número de abortos e o trabalho materno, ainda não foram devidamente estudados. Conclui-se que são escassos os estudos sobre mudanças de peso no pós-parto, o que sugere a realização de novos trabalhos sobre o tema, especialmente em países em desenvolvimento onde a obesidade ainda é pouco estudada.

  10. Cuidado e conforto durante o trabalho de parto e parto: na busca pela opinião das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Elisa Carraro

    2006-01-01

    Full Text Available La obstetricia moderna considera el parto un evento médico-quirúrgico y adopta un modelo de asistencia técnica. Se esperaba que estos avances tecnológicos ayudasen el trabajo de los cuidadores, proporcionando condiciones y tiempo para ser y estar junto al ser humano. Sin embargo, el adelanto tecnológico y científico muestra una enorme fragilidad en relación al cuidado. En el presente estudio, se realizó una investigación cualitativa y cuantitativa, descriptiva prospectiva, que evaluó la opinión de las mujeres puérperas sobre los métodos utilizados para su cuidado y consuelo durante el trabajo de parto y en el parto. Este trabajo es un recorte de los datos cualitativos, enfocando los sentimientos de las mujeres puérperas durante esta vivencia. Con los resultados obtenidos deseamos contribuir en la adaptación de los métodos de cuidado y consuelo, proporcionando un trabajo de parto humanizado, desencadenando en la parturienta su confianza en sí misma y en el equipo, facilitando e incentivando el parto normal, el ejercicio saludable de su sexualidad y también la prevención de la muerte materna.

  11. Apego y Ajuste Socio Emocional: Un Estudio en Embarazadas Primigestas Attachment and Socio-Emotional Adjustment: A Study in First Pregnant Women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chamarrita Farkas

    2008-05-01

    Full Text Available Este artículo se centra en el estudio del apego adulto y su relación con el ajuste socioemocional durante el primer embarazo. Se utiliza una investigación descriptiva correlacional de carácter transversal. La muestra se compone de 139 embarazadas primigestas de 19 a 40 años y nivel socio-económico medio, medio bajo y bajo. El estilo de apego fue evaluado con el Cuestionario de Apego en Adultos, CaMir, y el ajuste socioemocional con el Cuestionario de Salud Mental, OQ-45.2. Se realizan análisis descriptivos de la muestra y correlaciones entre estilos de apego y las dimensiones del Cuestionario de Ajuste Socioemocional con el Coeficiente Producto Momento de Pearson. Los resultados muestran una relación significativa entre los estilos de apego y los indicadores de ajuste.This article focuses on the study of adult attachment and its relationship with socio-emotional adjustment during the first pregnacy. A correlational descriptive study using a cross-sectional design was conducted. The sample included 139 primípara females between 19 and 40 years of age, from medium, medium-low and low socioeconomic status. The attachment style was evaluated using the Attachment Questionnaire for Adults, CaMir, and the socio-emotional adjustment with the Mental Health Questionnaire, OQ-45.2. Descriptive analyses of the sample were conducted, and the bivariate correlations between attachment styles and adjustment was estimated. The results show a significant relation between attachment styles and adjustment indexes.

  12. Conceitualização pelas enfermeiras de preparação para o parto Conceptualización de los enfermeros de preparación para el parto Nurses' conceptualization on childbirth preparation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Germano Rodrigues Couto

    2006-04-01

    Full Text Available Estudo descritivo, exploratório e qualitativo, realizado mediante a utilização da Técnica de Delphi com amostra de 32 enfermeiras especialistas em Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica que exercem funções em 3 hospitais e 9 centros de saúde do distrito do Porto, norte de Portugal. Teve como objetivos: 1. identificar as idéias e concepções consensuais que um grupo de enfermeiras possui sobre a Preparação para o Parto; 2. saber quais as fontes de informação que consensualmente são mais utilizadas pelas enfermeiras; 3. saber qual a sua aceitação acerca de programas sobre Preparação para o Parto como forma da grávida ter um trabalho de parto ativo. Os resultados revelaram que a Preparação para o Parto é, segundo as enfermeiras estudadas, um momento de educação para a saúde, que envolve procedimentos técnicos, educacionais, relacionais e informativos; de grande importância para a grávida e para a enfermeira, desenrolando-se desde o início da gravidez até o puerpério, como um meio de alterar comportamentos errados com vistas a um resultado esperado com ganhos de saúde para a grávida e sua família.Estudio descriptivo, exploratorio y cualitativo, realizado mediante la utilización de la Técnica de Delphi a una muestra de 32 enfermeras especialistas en Enfermería de Salud Materna y Obstetricia que ejercen funciones en 3 hospitales y 9 centros de Atención Primaria del distrito de Oporto, al norte de Portugal. Tuvo como objetivos: 1. identificar las ideas y concepciones que un grupo de enfermeras posee sobre la Preparación para el Parto; 2. saber cuales son las fuentes de información mas utilizadas por las enfermeras; 3. saber cual es su aceptación sobre programas de Preparación para el Parto y como ayudar a la embarazada en el trabajo de parto. Los resultados revelaron que la Preparación para el Parto es, según las enfermeras de este estudio, un momento de educación para la salud, que envuelve

  13. Características psicológicas da primigestação Psychological characteristics of the first pregnancy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Faisal-Cury

    2005-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar as características psicológicas da primeira gestação foram estudadas 150 grávidas clínica e obstetricamente normais, no terceiro trimestre de gestação. Como controle, selecionaram-se 55 pacientes em consulta ginecológica de rotina, atendidas pelo mesmo profissional, no ambulatório da Maternidade Dr. Cury, em Osasco, São Paulo. As pacientes se submeteram à realização do Teste de Wartegg, sob orientação da mesma psicóloga. Os dados sociodemográficos foram obtidos através de questionário. Adotou-se a análise formal (abordagem expressiva das respostas ao teste, para a caracterização do perfil psicológico das primigrávidas. O perfil psicológico da primigrávida obtido pelo Teste de Wartegg, mostra que a gravidez é período de normalidade psíquica, de caráter adaptativo. A gestação é também momento crítico vital, de caráter regressivo, com presença de angústia, com conflitos ligados à sexualidade e identidade sexual, narcisismo representado pelo marcado investimento libidinal no próprio ego e utilização intensificada dos recursos do pensamento, imaginação e fantasia.With the aiming of evaluating the psychological characteristics of the first pregnancy, 150 pregnant women showing no clinical or obstetrical abnormalities were studied in their third trimester of pregnancy. A control group of 55 patients with routine gynecological appointments were selected. These patients had been seen by the same professional at the Maternidade Dr Cury in the town of Osasco, São Paulo. The patients were submitted to the Wartegg Test, under supervision of the same psychologist. Demographic data were obtained by way of a questionnaire. A formal analysis was used (expressive approach in order to describe the psychological profile of first pregnancies. The psychological profile obtained from the analysis of the answers to the Wartegg Test shows that the pregnancy is a period of psychic normality of

  14. Influência do ciclo lunar no parto: mito ou constatação científica? Influencia del ciclo lunar en el parto: mito o constatación científica? Influences of lunar cycle in labor: myth or scientific finding?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Bueno

    2010-06-01

    Full Text Available Muitas superstições são encontradas em nossas vidas. Na medicina, uma profissão que se orgulha em métodos baseados em evidências para tratamentos, isso não é uma exceção. Uma superstição que abrange o parto é a influência de determinadas fases do ciclo da lua, mais especificamente a lua cheia. Embora estudos tenham demonstrado que o aumento de partos está relacionado com o ciclo lunar, existe discordância sobre quando ocorre o pico do volume de partos em cada fase da lua. Frente à divergência de resultados existentes na literatura que relaciona os eventos do ciclo lunar com parto, o objetivo desta revisão foi realizar um levantamento bibliográfico na tentativa de esclarecer esta cultura popular com base nos resultados apresentados por diferentes autores.Se encuentran las supersticiones por todas partes en nuestras vidas, y la medicina, una profesión que tiene orgullo acerca de los tratamientos con base en evidencia, no está extinta. La influencia de ciertas fases del ciclo lunar, específicamente la luna llena, es una superstición sobre el parto. Aunque algunos estudios han demostrado un aumento en los partos que se relacionan al ciclo lunar, ha habido discordancia sobre cuando, en el ciclo lunar, el volumen máximo ocurre. Afronte a la divergencia de los resultados existentes en la literatura que relacionan los eventos del ciclo lunar con los partos, el objetivo de esta revisión era explorar la literatura en el esfuerzo de explicar esta cultura popular con la base en los resultados presentado por los diferentes investigadores.Superstitions are found everywhere in our lives, and medicine, a profession that is prides itself on an evidence-based approach to treatment, is not exempt. A superstition that pervades the labor and delivery floor is that it is busier during certain phases of the lunar cycle, specifically the full moon. Although some studies have demonstrated an increase in deliveries that are related to the lunar

  15. Crioterapia no pós-parto: tempo de aplicação e mudanças na temperatura perineal

    OpenAIRE

    Francisco,Adriana Amorim; Oliveira,Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de; Leventhal,Lucila Coca; Bosco,Caroline de Souza

    2013-01-01

    Estudo descritivo com dados de dois ensaios clínicos realizados em 2008 e 2009 em uma maternidade de uma instituição filantrópica da cidade de São Paulo. Teve como objetivo descrever a temperatura perineal após a aplicação de bolsa de gelo no pós-parto normal. Três grupos com 38 puérperas cada (n=114) receberam aplicação perineal de bolsa de gelo entre 2 e 48h após o parto. Os achados indicaram que com 10 min de crioterapia as médias da temperatura perineal atingiram de 13,3 a 15,3oC, com peq...

  16. Avaliação da qualidade da assistência ao parto normal Evaluation of the quality of care for normal delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margareth Rocha Peixoto Giglio

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade da assistência hospitalar ao parto normal em Goiânia. MÉTODOS: Foi estudada uma amostra de 404 mulheres que tiveram partos normais em 13 hospitais de Goiânia, durante o período de abril a dezembro de 2007. Os dados foram obtidos de entrevistas com as puérperas e revisão dos prontuários médicos. A qualidade de assistência aos partos foi avaliada por meio do cálculo do índice Bologna e da comparação dos procedimentos utilizados com normas e procedimentos recomendados. RESULTADOS: O índice Bologna apresentou valor médio de 1,04 (IC95%=0,9-1,1. A proporção de cesarianas eletivas foi 30%, a de cesarianas de urgência foi 10% e os partos induzidos representaram 1,6%. A porcentagem de partos assistidos por profissional de saúde foi de 100%, mas o pediatra esteve presente na sala de parto em apenas 30% dos casos. Durante o trabalho de parto, metade das parturientes não teve avaliação da dinâmica uterina e 29,1% não tiveram avaliação dos batimentos cardiofetais, com o partograma sendo utilizado em somente 28,5% dos casos. Por outro lado, a utilização de ocitocina foi de 45,8%. CONCLUSÕES: Os resultados indicam má qualidade da assistência ao parto normal em Goiânia, com baixo valor do índice Bologna, altas proporções de cesarianas eletivas e de urgência, frequência não-adequada de intervenções benéficas e alta ocorrência de algumas intervenções consideradas prejudiciais na assistência ao parto.PURPOSE: To evaluate the quality of health care assistance during childbirth in the hospitals of Goiânia, in Brazil. METHODS: Thirteen hospitals were appraised from April to December 2007, and a random sample of 404 normal births was studied. Data were obtained from interviews with mothers after delivery and by consulting their medical records. The quality of assistance at birth was evaluated by using the Bologna score and by comparing the procedures used in those hospitals to standard

  17. Uma revisão literária dos cuidados de enfermagem na humanização do parto hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Neto Ribeiro de Oliveira

    2017-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente artigo foi identificar, a partir de uma revisãointegrativa da literatura, o conhecimento científico produzidoentre 2009 e 2014 sobre os cuidados de enfermagem na humanizaçãodo parto hospitalar. Foram selecionados 15 artigos que abordaram atemática em questão, publicados entre os anos de 2009 e 2014, emperiódicos indexados nas bases de dados LILACS e SciELO. Entreos periódicos que mais publicaram sobre o assunto, destaca-se a EscolaAnna Nery Revista de Enfermagem (26,66%. O levantamentorevelou que o (a enfermeiro(a cumpre um papel imprescindível deeducação em saúde para as gestantes, promovendo a atenção humanizadae garantindo à gestante um modelo conducente a uma efetivahumanização da parturição e do parto, além de atender as necessidadesindividuais por meio da participação ativa e do poder de escolhasaudável, para o período gravídico. Espera-se que os resultados desteestudo sirvam de fonte para o conhecimento e incentivo para mais estudosa respeito dessa temática ainda pouco explorada em nosso meio.Palavras-chave: Humanização do parto; Gravidez e cuidados deenfermagem.

  18. Evidências sobre o suporte durante o trabalho de parto/parto: uma revisão da literatura Evidence on support during labor and delivery: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odaléa Maria Brüggemann

    2005-10-01

    Full Text Available Os efeitos do suporte à mulher durante o trabalho de parto/parto por profissionais de saúde, mulheres leigas e doulas, sobre os resultados maternos e neonatais têm sido avaliados em vários ensaios clínicos randomizados, metanálises e revisões sistemáticas. Este artigo apresenta a revisão desses estudos, enfocando as principais características, o provedor de suporte, a simultaneidade na presença ou não do companheiro/familiares da parturiente durante o trabalho de parto e parto, e os resultados obtidos. Foram incluídos os estudos publicados entre os anos de 1980 e 2004, que contemplam explicitamente os aspectos avaliados. De maneira geral, os resultados do suporte são favoráveis, destacando-se redução da taxa de cesarianas, da analgesia/medicamentos para alívio da dor, da duração do trabalho de parto, da utilização de ocitocina e produzindo aumento na satisfação materna com a experiência vivida. Quando o provedor de suporte não é um profissional de saúde, os benefícios têm sido mais acentuados. Os estudos disponíveis não avaliam o acompanhante escolhido pela parturiente como um provedor de suporte, o que constitui lacuna de conhecimento a ser preenchida.The effects of support for women during labor and delivery provided by health professionals, lay women, and doulas on the maternal and neonatal outcomes have been evaluated through randomized clinical trials, meta-analyses, and systematic reviews. This article presents a review of these studies, focusing on the principal characteristics, support provider, simultaneous presence of the woman's spouse and/or family members during labor and delivery and the outcomes. The analysis included studies published from 1980 to 2004 which explicitly approached these aspects. In general, the results of such support were favorable, highlighting a reduction in the cesarean rate, analgesia/ medication for pain relief, duration of labor, and utilization of oxytocin and an increase in

  19. Partos domiciliares acidentais na região sul do Município de São Paulo Accidental home deliveries in southern São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Furquim de Almeida

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a freqüência, o risco de mortalidade fetal e neonatal precoce e os determinantes do parto domiciliar acidental. MÉTODOS: Estudo caso-controle de base populacional sobre mortes fetais e neonatais precoces realizado na região sul do Município de São Paulo. Foram coletados dados em entrevistas domiciliares e de prontuários hospitalares. Os motivos referidos pelas mães para a ocorrência de partos domiciliares foram obtidos nas entrevistas. Os fatores de risco para o parto domiciliar foram obtidos comparando-se com os partos hospitalares. Os dados foram analisados separadamente para perdas fetais, óbitos neonatais e sobreviventes. Foram utilizadas odds ratio, intervalo de confiança de 95% e o teste exato de Fisher para avaliar os fatores de risco e estimar o risco de morte. RESULTADOS: A freqüência de partos domiciliares de 0,2% no Sistema de Informações de Nascidos Vivos está sub-notificada. Quando ajustada, passa a ser de 0,4%, compatível com a encontrada em algumas cidades da Europa. Todos os partos domiciliares identificados foram acidentais. O parto domiciliar acidental está associado ao aumento da mortalidade fetal e neonatal precoce. Características sociais das mães e da gestação estão associadas à ocorrência de partos domiciliares acidentais, e não são sempre as mesmas para os três tipos de desfecho (óbito fetal, óbito neo-natal precoce e sobreviventes. A falta de transporte para o hospital foi indicada como motivo para os partos domiciliares por 30% das mães. Falhas do sistema de saúde em reconhecer a iminência do parto e a não disponibilidade de atendimento de urgência contribuíram para a ocorrência de alguns partos domiciliares. CONCLUSÕES: Apesar de serem eventos raros, pelo menos em área urbana, os partos domiciliares acidentais devem merecer atenção específica, já que acarretam aumento do risco de morte e parecem ser evitáveis.OBJECTIVE: To identify the frequency, risks

  20. humanização ao parto e nascimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Antonello Griboski

    2006-01-01

    Full Text Available En la búsqueda de conocer el impacto de la política de humanización al parto y al nacimiento para mujeres y profesionales de la salud fue realizada una investigación cualitativa, usando como la metodología de referencia el Análisis de Contenido. Los datos fueron recolectados mediante la entrevista individual, así las informaciones obtenidas y analizadas a la luz de la Bioética Feminista apuntan que las mujeres vivencian el proceso de parto y alumbramiento con la sensación de miedo y desconocimiento del mismo; y la humanización en ese momento, significa someterse a las acciones intervencionistas dirigidas, a ellas, colocándolas en situación de vulnerabilidad extrema. Los profesionales verbalizan la existencia de una jerarquización en las relaciones, entre ellos y las mujeres, que delimita el espacio social y de los saberes. Fue evidente la falta de comunicación en la asistencia dispensada por ellos a las mujeres. El rescate de la autonomía femenina frente al proceso de parto y la transformación en las relaciones interpersonales y profesionales son aspectos relevantes vinculados a los cambios propuestos por la Política de Humanización.

  1. Perfil de casais que optam pelo parto domiciliar assistido por enfermeiras obstétricas Perfil de las parejas que optan por el parto domiciliario asistido por enfermeras obstétricas Profile of couples who opt for home birth assisted by obstetric nurses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Simoni Silveira Feyer

    2013-06-01

    Full Text Available Esta pesquisa exploratório-descritiva foi desenvolvida com o objetivo de identificar as características sociodemográficas de casais que optam pelo domicílio como local para a ocorrência do parto. Participaram 25 casais que elegeram os serviços de uma equipe de enfermeiras obstétricas que assiste a partos domiciliares, em Florianópolis-SC. As informações foram obtidas por meio dos registros em prontuários dos atendimentos prestados pelas enfermeiras e de entrevistas semiestruturadas com os casais praticantes do parto domiciliar planejado, tendo sido realizada análise descritiva do perfil obtido. Identificou-se que a maioria dos casais era de pessoas com formação superior, relacionamento estável, que residiam em casa própria e tinham estabilidade profissional. Grande parte dos participantes não era natural de Florianópolis e alguns casais vieram de outras cidades para que o parto ocorresse nesta cidade. Foi possível concluir que a opção pelo parto em casa está atrelada à revalorização do ambiente doméstico, e não a um resgate do passado.Estudio exploratorio-descriptivo, desarrollado con el objetivo de identificar las características sociodemográficas de las parejas que eligen el hogar como un lugar para la ocurrencia del parto. Participaron 25 parejas que han elegido los servicios de un equipo de enfermeras obstétricas que asisten partos en domicilio de Florianópolis-SC. La información se obtuvo a través de los registros de la atención prestada por las enfermeras y entrevistas semiestructuradas con las parejas participantes del nacimiento domiciliario planificado, después de haber realizado un análisis descriptivo del perfil obtenido. Se identificó que la mayoría de las parejas practicantes del parto en casa son personas con educación superior, relación estable, que viven en sus propias casas y tienen seguridad laboral. Gran parte de los participantes no es natural de Florianópolis y algunas parejas

  2. O efeito do banho de imersão na duração do trabalho de parto El efecto del baño de inmersión en la duración del trabajo de parto The effect of immersion baths on the length of childbirth labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flora Maria Barbosa da Silva

    2006-03-01

    Full Text Available Estudo experimental, randomizado do tipo ensaio-clínico, teve como objetivo identificar a influência do banho de imersão na duração do primeiro período clínico do parto e na freqüência e duração das contrações uterinas. Os dados foram coletados em uma maternidade pública filantrópica da cidade de São Paulo que atende, em média, 1.100 partos mensais. A amostra constou de 108 parturientes, 54 no grupo controle e 54 no experimental, que fizeram uso do banho de imersão. Os resultados demonstraram que o banho de imersão não modificou a duração do trabalho de parto e a freqüência das contrações uterinas. No entanto, a duração das contrações foi estatisticamente menor no grupo experimental (41,9 versus 44,6min. Concluiu-se que o banho de imersão é uma alternativa para o conforto da mulher, durante o trabalho de parto, por oferecer alívio à parturiente, sem interferir na progressão do parto sem trazer prejuízos ao recém-nascido.Este estudio experimental, randomizado del tipo ensayo-clínico, tuvo como objetivo identificar la influencia del baño de inmersión en la duración del primer período clínico del parto y en la frecuencia y duración de las contracciones uterinas. Los datos fueron recolectados en una maternidad pública filantrópica de la ciudad de São Paulo que atiende, en promedio, 1,100 partos mensuales. La muestra constó de 108 parturientas, 54 en el grupo control y 54 en el experimental, que hicieron uso del baño de inmersión. Los resultados demostraron que el baño de inmersión no modificó la duración del trabajo de parto y la frecuencia de las contracciones uterinas. Entre tanto, la duración de las contracciones fue estadísticamente menor en el grupo experimental (41,9 versus 44,6min. Se concluye que el baño de inmersión es una alternativa para el confort de la mujer, durante el trabajo de parto, por ofrecer alivio a la parturienta, sin interferir en la progresión del parto y ocasionar

  3. Parâmetros sangüíneos e urinários, no pré e pós parto, de búfalas criadas em sistema exclusivo de pastejo The blood and urinary values in the pre and pos-parturient period of buffaloes, kept on exclusive pasture feeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Magno Chaves de Oliveira

    2003-06-01

    Full Text Available Foi avaliada a ocorrência de alterações nas concentrações de glicose sanguínea, proteína plasmática total, hematócrito e presença de corpos cetônicos na urina de oito búfalas leiteiras da raça Murrah, com idade variando entre 5 e 10 anos, com no mínimo duas lactações, clinicamente sadias, desde 60 dias antes até 60 dias pós-parto. As concentrações médias de glicose sangüínea e o valor médio do hematócrito diminuíram significativamente no pós-parto (pEight lactating buffaloes of the Murrah breed were used from 60 days before up to 60 days after calving, in order to evaluate alterations in the concentration of blood glucose, total plasmatic protein, haematocrit and the presence of ketonic bodies in the urine. The 5 to 10- year old buffaloes were clinically healthy and had had at least two lactations. During the experimental period the animals were maintained on Brachiaria brizantha pasture and supplemented with a mineral mixture and water.The media concentrations of blood glucose and the media values of the haematocrit diminished significantly after calving (p<0,05. The concentrations of total plasmatic protein did not show significant variation during the pre and post-calving period. The ketonic bodies in the pre-calving period were only detected in the urine of one buffaloe, but after the 32nd day of lactation ketonic bodies were detected in all animals. There was a direct relationship between the color of the urine positive by the Rothera test and blood glucose concentrations. It can be concluded that at the beginning of lactation the buffaloes had an energetic deficit, characterized by a decline of blood glucose concentrations and the presence of ketonic bodies in the urine, and that lactation caused a progressive decline of the hematocrit, but that the concentration of total plasmatic protein did not vary during the pre and post-calving period.

  4. Depressão pós-parto e alterações de sono aos 12 meses em bebês nascidos na zona urbana da cidade de Pelotas/RS Postpartum depression and sleep disorders in 12 month-old babies born in the urban area of Pelotas city

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Rozales Lopes

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar se existe associação entre as alterações no sono dos bebês aos 12 meses de vida e a depressão pós-parto materna. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal aninhado a uma coorte. A amostra foi constituída por mulheres que realizaram o acompanhamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS, nas unidades básicas de saúde do município de Pelotas, e que tiveram seus partos a partir de junho/2006. Os bebês de 12 meses oriundos dessa gestação também fazem parte da amostra. Para avaliar a presença de sintomas depressivos nas mães, foi utilizada a Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS e foram investigados os seguintes comportamentos do sono dos bebês: horas de sono por dia, regularidade do horário para dormir e acordar, sono agitado e despertar noturno. Para análise, foi utilizada Regressão de Poisson. RESULTADOS: 35,7% dos bebês possuem alteração no padrão de sono. Após o ajuste ao modelo hierárquico proposto, a alteração no sono infantil manteve associação com a sintomatologia depressiva da mãe (p OBJECTIVE: Verify whether there is association between sleep disorders in babies at 12 months of age and postpartum depression in motherhood. METHODS:Cross sectional study. The sample was made up of women who had done their prenatal medical care at the National Health System (SUS, at the health basic units in Pelotas and who had their deliveries from June, 2006. The 12 month old babies from these women are also part of the sample. In order to assess depressive symptoms in the mothers, Edinburgh Postnatal Depression Scale was used and the following sleeping behaviors of the babies were investigated: hours of sleep per day, regularity of sleep and wake up time, disturbed sleep and night awakening. Poisson Regression was used for the analysis. RESULTS: 35.7% of the babies showed alterations in their sleeping patterns. After adjusting for the proposed hierarchal model, sleep alteration of the babies was still

  5. Modelo predictivo de parto prematuro basado en factores de riesgo

    OpenAIRE

    Abad Chamorro, Inés

    2016-01-01

    Se entiende como parto prematuro aquel que tiene lugar antes de la semana 37 de gestación. Puede ser causado, principalmente, por una infección uterina, una rotura prematura de las membranas, una distensión uterina, o un reconocimiento inmunológico materno-fetal insuficiente. Hay toda una serie de factores de riesgo que se asocian epidemiológicamente con la prematuridad, por lo que su control o desaparición podrían disminuir la prevalencia de este hecho. El objetivo del presente estudio es di...

  6. Parto inducido por embarazo prolongado Induced delivery in prolonged gestation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercedes Peña Abraham

    2006-12-01

    Full Text Available Se realizó un estudio retrospectivo, descriptivo, explicativo y longitudinal sobre el comportamiento de la inducción del parto por embarazo prolongado en el Hospital Gineco-Obstétrico "Justo Legón Padilla", en el período comprendido entre enero del 2004 y diciembre del 2005.El universo estuvo constituido por la totalidad de los nacimientos por embarazo prolongado que se produjeron en el período, donde el grupo estudio estaba exclusivamente formado por las gestantes con trabajo de parto inducido (n=104; se estudiaron variables de la madre, del nacimiento y del producto de la concepción y a los datos obtenidos se les aplicó porcentaje. La edad materna más frecuente fue la del grupo de 20 - 35 años (65,5%; predominaron las nulíparas (40,4%, la vía del parto que predominó fue la transpelviana (42,3%; todos con un índice de Bishop >7 puntos La causa más frecuente de cesárea fue el sufrimiento fetal agudo (23%; el embarazo prolongado no constituyó una causa importante de Apgar Bajo, en el parto distócico fue donde ocurrió el mayor número de morbilidad materna y neonatal (9,5%, no se encontró valor significativo en la macrosomía fetal y predominó el sexo femenino en los recién nacidos (65,3%.A retrospective, descriptive, explicative and longitudinal study about the behavior of the induction of labor in prolonged pregnancy was conducted at "Justo Legón Padilla" Gyneco-Obstetric Hospital during the period of January 2004 to December 2005. The whole sample was constituted by the totality of births in prolongad pregnancy during the period where the study group was exclusively formed by pregnants who underwent induced labor (n = 104.Variables of mother, birth and conception product were taken, and percentage method was applied to data collected. The group of most frequent maternal age was 20 - 35 (65,5%, prevailing nulliparous (40,4% and transpelvic labor (42,3%, having a Bishop index = 7. The most frequent cause of cesarean section

  7. Analgesia peridural para o trabalho de parto e para o parto: efeitos da adição de um opióide Effects of the association of an opioid with epidural analgesia for labor and delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Guilherme Cecatti

    1998-07-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia e segurança da associação bupivacaína com sufentanil para a analgesia no trabalho de parto e do parto por meio de um bloqueio peridural contínuo. Realizou-se um ensaio clínico duplo-cego, prospectivo e aleatório, incluindo sessenta mulheres nulíparas da Maternidade do CAISM/UNICAMP. No momento da analgesia, as mulheres foram aleatoriamente alocadas em dois grupos: BS, recebendo 12,5 mg de bupivacaína com adrenalina mais 30 µg de sufentanil e BP, recebendo 12,5 mg de bupivacaína com adrenalina mais placebo. Foram avaliados os parâmetros relativos à qualidade e duração da analgesia, duração do trabalho de parto e também possíveis efeitos sobre o recém-nascido. Os resultados mostraram a superioridade da adição do sufentanil sobre o grau de analgesia durante o tempo de ação da primeira dose de anestésico local. Não houve aumento na duração do trabalho de parto depois do início da analgesia quando se compararam ambos os grupos, nem qualquer diferença quanto à via de parto. Não houve também diferenças entre os grupos com relação à avaliação dos recém-nascidos. Conclui-se que a associação de 30 µg de sufentanil à primeira dose de bupivacaína é segura e eficaz, melhorando a qualidade da analgesia, sua duração e não afetando a progressão do trabalho de parto e o resultado neonatal.The purpose of the present study was to evaluate the efficacy and safety of the association bupivacaine with sufentanil for labor and delivery analgesia through a continuous epidural blockade, for both mother and the neonate. A randomized double blind prospective clinical trial was performed including sixty nulliparous women at the Maternity of CAISM/UNICAMP. When requesting analgesia, the women were randomly allocated to two groups: BS, receiving 12.5 mg of bupivacaine with adrenaline plus 30 µg of sufentanil and BP, receiving 12.5 mg of bupivacaine with adrenaline plus placebo

  8. 75 FR 63802 - Action Affecting Export Privileges; Parto Abgardan Cooling Towers Co.

    Science.gov (United States)

    2010-10-18

    ... Abgardan Cooling Towers Co. Parto Abgardan Cooling Towers Co., P.O. Box 966, Folsom, CA 95763; and P.O. Box... Making Denial of Export Privileges of Aqua-Loop Cooling Towers, Co. Applicable to Parto Abgardan Cooling...-Loop Cooling Towers, Co. (``Aqua-Loop'') on March 25, 2010 (``Denial Order''), applicable to the...

  9. Estudo das indicações de partos cesáreas entre hospitais de atendimento ao Sistema Único de Saúde: baixo e alto riscos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Rosa Pellicciari

    2015-10-01

    Full Text Available A alta incidência de partos cesáreas  sem indicações precisas é motivo de preocupação mundial.  As cesáreas sem indicações médicas estão associadas a maiores riscos maternos e fetais. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS não há justificativa, para qualquer região do mundo possuir  taxas de partos cesáreas maiores do que 10-15%.  Este projeto investigou  os fatores indicativos para a  realização de partos cesáreas  entre hospitais da rede SUS em Sorocaba-SP: Hospital Santa Lucinda – HSL (baixo risco e Conjunto Hospitalar de Sorocaba – CHS (alto risco. Durante o período de 03/2014 a 03/2015 foi realizada análise retrospectiva de 300 prontuários das pacientes internadas nestes hospitais. Analisou-se parâmetros maternos sócio-epidemiológicos, reprodutivos, clínicos e  indicações dos partos cesáreas.  No CHS prevaleceu o tipo de parto cesárea (56,3%, enquanto no HSL a porcentagem do parto cesárea foi 32,4% (p<0,001.  Em relação ao tipo de parto anterior, o número de pacientes com cesárea anterior prevalece no HSL: 77% (n=83 em comparação com o CHS: 56,4% (n=62, (p=0,0009.   Em relação às indicações de cesárea, as mais prevalentes no HSL foram: sofrimento fetal agudo: 24% (n=36, falha na indução ao parto: 22% (n=33 e desproporção céfalo-pélvica: 18,7% (n=28. No CHS  as maiores proporções foram: sofrimento fetal agudo: 35,3% (n=53  e iteratividade: 25,3% (n=38 (p<0,0001.  A observação dos resultados demonstra a realização de partos cesáreas em porcentagens superiores àquelas preconizadas pela OMS. Sua redução poderá ser conseguida preparando-se e conscientizando-se melhor a mulher perante a futura parturição, com procedimentos precisos de indução ao parto, utilizando a aplicação de procedimentos analgésicos, e, ainda com a devida prática da extração baixa pelo fórcipe de alívio às parturientes.

  10. Prevalência e fatores associados à prematuridade entre gestantes submetidas à inibição de trabalho de parto prematuro Prevalence and risk factors associated to preterm delivery among pregnant women submitted to preterm labor inhibition treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucila Coca Bezerra

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar a prevalência de parto prematuro em gestantes submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro e analisar os fatores associados. MÉTODOS: estudo transversal, com dados coletados de 163 prontuários de gestantes submetidas a tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro atendidas em 1995-2000, no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, Brasil. A variável dependente constituiu-se na ocorrência de parto prematuro e as independentes foram: idade, escolaridade, ocupação, paridade, companheiro, tabagismo, infecção urinária prévia, número de consultas pré-natal e intervalo interpartal. A análise foi feita pelo teste de associação pelo Qui-quadrado e modelos de regressão logística univariado e múltiplo. RESULTADOS: 66,3% das gestantes tiveram filhos prematuros e, em 22,7% dos casos, o parto ocorreu antes de 34 semanas. Houve associação estatística significativa entre parto prematuro e ser nulípara e apresentar número baixo de consultas pré-natal. CONCLUSÕES: atenção especial deve ser dada às gestantes nulíparas e com número reduzido de consulta pré-natal submetidas ao tratamento de inibição de trabalho de parto prematuro, com a finalidade de prevenir esse evento.OBJECTIVES: to identify preterm delivery prevalence in pregnant women submitted to preterm delivery inhibition treatment and to analyze associated factors. METHODS: cross sectional study with data collected from 163 pregnant women medical files seen from 1995-2000 at the University Hospital of the University of São Paulo, Brazil. The dependent variable was preterm delivery and the independent ones were: age, education, job, parity, companion, smoking, prior urinary infection, number of prenatal medical visits and birth interval. Analysis was performed through association by the Chi-square test and univariate and multiple logistic regression models. RESULTS: 66.3% of the women had preterm

  11. Parto hospitalar: experiências de mulheres da periferia de Cuibá-MT Parto hospitalar: experiencias de mujeres de subúrbios de Cuibá-MT Hospital delivery: women´s experience from the suburbs of Cuibá-MT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neuma Zamariano Fanaia Teixeira

    2006-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi analisar alguns aspectos culturais que atravessaram as vivências de mulheres ao se submeteram ao parto normal hospitalar do SUS. Trata-se de pesquisa qualitativa com referencial téorico-metodológico da Teoria das Representações Sociais e, para a coleta dos dados, foram entrevistadas, no domicilio, dez mulheres que haviam vivenciado partos normais em hospital do SUS. Como resultados, constatamos que, dos aspectos que atravessaram suas vivências, vários estavam relacionados a uma cultura institucional que revelou um atendimento pautado por violência velada e em desrespeito aos princípios do Programa de Humanização do Nascimento do Ministério da Saúde. Concluímos que há muitos investimentos ainda a serem feitos para melhorar a qualidade da assistência ao parto e ao nascimento nos locais estudados.El objetivo de este artículo fue analizar algunos de los aspectos culturales que hicieron parte de las vivencias de mujeres cuando se han sometido al parto normal hospitalar del Sistema Público de Salud. Trata-se de una investigación cualitativa, cuyo referencial teórico fue la Teoría de las Representaciones Sociales e, para colectar los datos, hicimos encuestas, en el domicilio, con diez mujeres que hubieran tenido parto normal en hospitales públicos. Como resultados, tuvimos que, de los aspectos que atravesaron sus vivencias, muchos estaban relacionados a una cultura institucional que ha expuesto violencia velada a la mujer y en falta de respecto a los principios del Programa de Humanización en el Nacimiento del Ministerio de la Salud. Hemos concluido que aun hay mucho a se investir para mejorar la calidad de la asistencia al parto e al nacimiento en los locales estudiados.The objective of this article was to analyze some cultural aspects of women who have experienced normal deliveries at hospitals of the National Health System. It is a qualitative research, and its theoretic-methodological reference was

  12. Estudo do peso do recém-nascido, faixa etária da mãe e tipo de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Batista Ferreira dos Santos

    2001-09-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo estudar o peso do recém-nascido, a faixa etária da mãe e o tipo de parto ocorrido em Maternidades de Rio Branco - Acre - Brasil, no período de 1994 a 1996. Como resultado 73,8% nasceram de parto normal e 25,5% por cesariana. Por outro lado 5,4% dos partos foram por adolescentes na faixa etária de 10-14 anos Com relação ao peso, 84,6% estavam dentro do normal, 7,4% abaixo e 6,6% acima. Vale ressaltar o registro de peso, idade e sexo como sendo ignorados, o que demonstram falhas nos registros. Concluindo destacamos a importância da assistência no período pré-natal, proporcionando atenção ao binômio mãe-filho, além de maior empenho por parte da Direção das Maternidades e das Chefias de Enfermagem na produção e análise dos dados.

  13. A cor da dor: iniquidades raciais na atenção pré-natal e ao parto no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Leal

    Full Text Available Poucas pesquisas com foco nas influências da raça/cor no tocante à experiência de gestação e parto foram conduzidas no Brasil, sendo inédita a análise de abrangência nacional. Este estudo teve como objetivo avaliar as iniquidades na atenção pré-natal e parto de acordo com a raça/cor utilizando o método de pareamento baseado nos escores de propensão. Os dados são oriundos da pesquisa Nascer no Brasil: Pesquisa Nacional sobre Parto e Nascimento, um estudo de base populacional de abrangência nacional com entrevista e avaliação de prontuários de 23.894 mulheres em 2011/2012. Regressões logísticas simples foram utilizadas para estimar as razões de chance (OR e respectivos intervalos de 95% de confiança (IC95% da raça/cor associada aos desfechos analisados. Em comparação às brancas, puérperas de cor preta possuíram maior risco de terem um pré-natal inadequado (OR = 1,6; IC95%: 1,4-1,9, falta de vinculação à maternidade (OR = 1,2; IC95%: 1,1-1,4, ausência de acompanhante (OR = 1,7; IC95%: 1,4-2,0, peregrinação para o parto (OR = 1,3; IC95%: 1,2-1,5 e menos anestesia local para episiotomia (OR = 1,5 (IC95%: 1,1-2,1. Puérperas de cor parda também tiveram maior risco de terem um pré-natal inadequado (OR = 1,2; IC95%: 1,1-1,4 e ausência de acompanhante (OR = 1,4; IC95%: 1,3-1,6 quando comparadas às brancas. Foram identificadas disparidades raciais no processo de atenção à gestação e ao parto evidenciando um gradiente de pior para melhor cuidado entre mulheres pretas, pardas e brancas.

  14. Incontinência urinária no puerpério de parto vaginal e cesárea: revisão de literatura = Urinary incontinence in postpartum of vaginal delivery and cesarean: literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borba, Alice Rios

    2014-01-01

    Full Text Available Objetivo: O estudo objetivou revisar a literatura quanto à presença de incontinência urinária (IU no puerpério de parto normal e cesárea. Materiais e Métodos: Foi realizada uma pesquisa nos bancos de dados PubMed/MedLine, COCHRANE e EMBASE. Foram selecionados os seguintes tipos de estudo: prospectivo multicêntrico, caso-controle, prospectivo, coorte, multicêntrico prospectivo observacional, randomizado controlado, prospectivo observacional, coorte controlado, transversal, base populacional, publicados no período de 2002 a 2012, nos idiomas inglês e português, em que as palavras-chave estivessem no título ou resumo. As palavras-chave utilizadas foram: “parto vaginal”, “cesárea” e “incontinência urinária”. Resultados: Os 14 estudos analisados, avaliaram a presença de IU no puerpério de parto vaginal e cesárea. Observamos que a cesárea para ter seu papel protetor no aparecimento da IU no puerpério deve ser realizada de maneira eletiva. Os distúrbios do assoalho pélvico estão fortemente ligados com idade materna, fumo, obesidade, parto de fórceps, multiparidade, episiotomia, duração da segunda fase do trabalho de parto, gravidez e constipação crônica. Conclusão: Conclui-se que a segunda fase prolongada do trabalho de parto tem papel significativo na presença da IU no puerpério em ambos modos de parto, e que a cesárea teria o seu valor protetor no desenvolvimento da IU no puerpério apenas se fosse realizada de maneira eletiva. Dos 14 artigos, apenas um estudo foi realizado na população brasileira, mostrando a importância de serem realizados mais estudos sobre IU no puerpério no Brasil

  15. Associação entre a analgesia epidural e o trauma perineal no parto vaginal Asociación entre la analgesia epidural y el trauma perineal en el parto vaginal Association between epidural analgesia and perineal laceration in vaginal delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Cristina dos Santos Monteiro

    2009-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar a associação entre a analgesia epidural e a laceração perineal em mulheres submetidas ao parto vaginal. Foi realizado um estudo descritivo e transversal, para o qual foram pesquisados 109 prontuários de mulheres assistidas durante o processo de parturição, em uma maternidade em Ribeirão Preto. Os dados foram coletados nos meses de março e abril de 2003. Para analisar a correlação entre as variáveis foi aplicado o teste qui-quadrado. Foi realizado parto normal em 91,7% (100 das parturientes e fórceps em 8,2% (9. Na análise dos dados, 74,3% da amostra receberam analgesia epidural; destas, 26,5% tiveram algum grau de laceração perineal e 9,1%, períneo íntegro, não sendo possível verificar a associação entre as variáveis mencionadas. Não foi verificada, neste estudo, significância estatística para afirmar que as condições do períneo após o parto vaginal e a utilização da analgesia epidural estão associadas (valor x²4GL= 3,1.El objetivo de esto estudio fue analizar la asociación entre la analgesia epidural y la laceración perineal en mujeres sometidas al parto vaginal. Fue realizado un estudio descriptivo y transversal, para lo cual fueron investigados 109 prontuarios de mujeres asistidas durante el proceso de parturición en una maternidad en Ribeirão Preto. Los datos fueron colectados en marzo y abril de 2003. Para analizar la correlación entre las variables fue aplicado el Teste Chi-Cuadrado. Fue realizado parto normal en 91,7% (100 de las parturientes y en 8,2% (09 parto fórceps. En el análisis de los datos, 74,3% de la muestra recibieron analgesia epidural, y de estas 26,5% tuvieron algún nivel de laceración perineal y 9,1% perineo íntegro. No fue posible verificar la asociación entre las variables aludidas. No fue verificado en esto estudio, significancia estadística para afirmar que las condiciones del perineo después del parto vaginal y el uso de analgesia

  16. Influencia del contacto precoz, nacionalidad, tipo de parto y prematuridad en la lactancia materna

    OpenAIRE

    Ana Belén Laviña Castan

    2015-01-01

    Conocer si en el HUMS existe asociación entre lactancia materna y nacionalidad, prematuridad, tipo de parto, contacto precoz piel con piel. Estudio de cohortes, en una muestra de 541 puérperas del HUMS en octubre-noviembre 2011. Las variables: nacionalidad, tipo de parto, contacto precoz, parto prematuro e inicio lactancia materna se recogieron antes del alta hospitalaria mediante cuestionario. A los dos meses postparto se contactó telefónicamente con las madres para conocer el tipo de lactan...

  17. Tratamento do trabalho de parto prematuro Management of preterm labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Eduardo Bittar

    2009-08-01

    Full Text Available O objetivo principal para o uso de uterolíticos no trabalho de parto prematuro é prolongar suficientemente a gestação para a administração materna de glicocorticoides e/ou realizar a transferência materna para um centro hospitalar terciário. As decisões sobre o uso e a escolha de uterolítico requerem o diagnóstico correto do trabalho de parto prematuro, o conhecimento da idade gestacional, das condições médicas materno-fetais, da eficácia, dos efeitos colaterais e do custo do medicamento. Todos os uterolíticos possuem efeitos colaterais e alguns deles são potencialmente letais. Os estudos sugerem que os agonistas de receptores beta-adrenérgicos, os bloqueadores de cálcio e os antagonistas de receptor de ocitocina são eficazes para prolongar a gestação por pelo menos 48 horas. Dos três agentes, o atosiban (antagonista de receptor de ocitocina possui maior segurança, embora o custo seja elevado. O sulfato de magnésio não é eficaz para prolongar a gestação e apresenta efeitos colaterais importantes. Os inibidores da ciclooxigenase também apresentam efeitos colaterais significativos. Até o momento, não há evidências suficientes para se recomendar o uso de doadores de óxido nítrico para inibir o trabalho de parto prematuro. Não existem fundamentos para o emprego de antibióticos para evitar a prematuridade diante do trabalho de parto prematuro.The main purpose of using uterulytic in preterm delivery is to prolong gestation in order to allow the administration of glucocorticoid to the mother and/or to accomplish the mother's transference to a tertiary hospital center. Decisions on uterolytic use and choice require correct diagnosis of preterm delivery, as well as the knowledge of gestational age, maternal-fetal medical condition, and medicine's efficacy, side-effects and cost. All the uterolytics have side-effects, and some of them are potentially lethal. Studies suggest that beta-adrenergic receptor agonists

  18. Suplementação materna com retinil palmitato no pós-parto imediato: consumo potencial por lactentes Suplementación materna con retinil palmitato en el post-parto inmediato: consumo potencial por lactantes Maternal supplementation with retinyl palmitate during immediate postpartum period: potential consumption by infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Soares Bezerra

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito da suplementação materna com dose única de retinil palmitato no pós-parto para o fornecimento de vitamina A ao lactente. MÉTODOS: Ensaio clínico realizado em Natal (RN, entre março e dezembro de 2007, com 85 mulheres aleatoriamente distribuídas em dois grupos. As suplementações de retinil palmitato no pós-parto corresponderam à dose única de 200.000 (grupo experimento UI e 0 UI (grupo controle. A quantificação do nível de retinol no leite foi obtida pelo método de cromatografia líquida de alta eficiência. Com base nas concentrações de retinol obtidas no leite materno e por meio de simulações, foi calculado o consumo de vitamina A dos lactentes nos momentos 24h e 30 dias pós-parto. RESULTADOS: No momento 24h pós-parto, o fornecimento diário de retinol ao recém-nascido via colostro foi de 1,63 µmol para o grupo controle e 2,9 µmol para o grupo experimento, considerando ingestão adequada de 1,40 µmol/dia e volume de leite consumido de 500 mL/dia. Trinta dias pós-parto, esses valores corresponderam a 0,64 µmol/dia (controle e 0,89 µmol/dia (experimento, um aumento de 39% na concentração de retinol no grupo experimento em relação ao grupo controle ou 64% da recomendação para lactentes de zero a seis meses de idade. CONCLUSÕES: A suplementação materna com 200.000 UI de retinil palmitato no pós-parto imediato e a promoção de práticas de aleitamento materno são eficientes para melhorar o estado nutricional em vitamina A do binômio mãe-filho.OBJETIVO: Evaluar el efecto de la suplementación materna con dosis única de retinil palmitato en el post-parto para proveer de vitamina A al lactante. MÉTODOS: Ensayo clínico realizado en Natal (Noreste de Brasil, entre marzo y diciembre de 2007, con 85 mujeres aleatoriamente distribuidas en dos grupos. Las suplementaciones de retinil palmitato en el post-parto correspondieron a la dosis única de 200.000 (grupo experimento UI y 0 UI

  19. Associação da Vaginose Bacteriana com o Parto Prematuro Espontâneo Association of Bacterial Vaginosis with Spontaneous Preterm Delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Henrique Burlacchini de Carvalho

    2001-09-01

    Full Text Available Objetivo: relacionar a presença de vaginose bacteriana em gestantes com a ocorrência de parto prematuro espontâneo. Método: foram estudadas 611 gestantes do serviço pré-natal da Clínica Obstétrica do HCFMUSP. Foram incluídas gestantes com idade gestacional confirmada por ultra-sonografia no primeiro trimestre de gestação ou duas ultra-sonografias até a 20ª semana quando havia discordância da idade gestacional no primeiro exame. Os partos prematuros eletivos foram excluídos. A pesquisa da vaginose foi realizada na 23ª ou 24ª semana de gestação por meio da técnica de coloração de Gram. O pH vaginal foi pesquisado utilizando-se fita de pH Universal 0-14 produzida pela Merck. O conteúdo vaginal foi coletado com a paciente em posição ginecológica, utilizando-se espéculo não-lubrificado. O pH foi medido na parede lateral da vagina e o conteúdo para Gram foi coletado do fundo de saco vaginal utilizando-se de cotonete estéril. Resultado: das 611 gestantes envolvidas inicialmente no estudo, foram obtidos os resultados do parto em 541. A vaginose bacteriana foi diagnosticada por bacterioscopia em 19% dos casos. No grupo de gestantes com vaginose, 9,7% (10/103 evoluíram com parto prematuro, contra apenas 3,2% (14/438 no grupo negativo (p=0,008. A sensibilidade da bacterioscopia positiva para vaginose bacteriana para predição do parto prematuro foi de 41,7%, a especificidade de 82%, a acurácia de 80,2%, com taxa de falso-positivos de 18% e risco relativo de 1,8. Conclusão: a vaginose bacteriana diagnosticada pelo Gram do conteúdo vaginal representa fator de risco para o parto prematuro, com risco relativo de 1,8.Purpose: to evaluate the relationship between bacterial vaginosis (BV and spontaneous preterm delivery. Method: a total of 611 pregnant women from the general antenatal clinic of the "Clínica Obstétrica do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo" were enrolled in this study. All pregnancies were

  20. Incidência de doenças no pós-parto de primíparas da raça holandesa alimentadas com diferentes fontes energéticas durante o período de transição

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A.T. Artunduaga

    2011-06-01

    Full Text Available Avaliaram-se o efeito da adição de diferentes fontes energéticas na dieta de vacas primíparas leiteiras, durante o período de transição, sobre a produção e a composição do leite, as ocorrências clínicas no pós-parto e sua relação com as concentrações plasmáticas de ácidos graxos não esterificados (AGNE. Foram utilizadas 50 vacas primíparas da raça Holandesa no período de 28 dias antes da data prevista do parto até o 21º dia pós-parto. Os animais foram designados aos grupos: controle, Megalac- E®, soja tostada (ST ou propileno glicol (PG. Avaliações clínicas foram realizadas todos os dias. Amostras de sangue foram coletadas no pré e pós parto, antes da primeira alimentação do dia, para avaliação de AGNE. Os grupos Megalac- E® e propileno glicol apresentaram maior volume de leite corrigido para 3,5% de gordura (LCG 3,5% em relação ao grupo soja tostada (P=0,05. Nos grupos controle, Megalac- E® e soja tostada, os valores de AGNE aumentaram até o parto, seguidos de queda após o parto. Essa queda foi menos acentuada no grupo-controle, que apresentou equação de regressão quadrática, estando associado à maior incidência de afecções no pós-parto. O grupo Megalac-E® apresentou comportamento cúbico, o soja tostada hiperbólico, e o propileno glicol quadrático.

  1. HIV na gestação: pré-natal, parto e puerpério = HIV in pregnancy: prenatal, labor and puerperium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lima, Suzane da Silva de

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: O presente estudo tem como propósitos identificar os fatores que influenciam a adesão da gestante ao acompanhamento pré-natal e destacar os principais cuidados com a gestante soropositiva durante o pré-natal, parto e puerpério. Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, com análise baseada em níveis de evidências. Os dados foram obtidos através da busca em bases de dados virtuais em saúde. Resultados: Treze estudos compuseram a amostra, sendo que o maior índice foi de evidências moderadas, seis (46,1% estudos. Os principais cuidados à gestante soropositiva durante o pré-natal, parto e puerpério foram: uso da terapia antirretroviral, evidenciado em sete (53,8% estudos, seguido do teste Anti-HIV e da preocupação em orientar as puérperas a não amamentar destacados em seis (46,1% estudos. Conclusão: Torna-se necessária a implantação de uma assistência de qualidade às gestantes soropositivas, evidenciando a necessidade de estratégias de educação permanente para sensibilizar, mobilizar e capacitar profissionais envolvidos no cuidado, visando, assim, à prevenção da transmissão vertical do HIV para o recém-nascido e à melhora na qualidade de vida da gestante

  2. El parto pretérmino: detección de riesgos y tratamientos preventivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Althabe Fernando

    1999-01-01

    Full Text Available Todos los años nacen en el mundo alrededor de 13 millones de niños prematuros. La mayor parte de esos niños nacen en países en desarrollo y constituyen el componente principal de la morbilidad y la mortalidad perinatales. En el presente estudio de revisión se analizaron los datos científicamente validados sobre las intervenciones que se emplean con la intención de evitar al menos una parte de los partos pretérmino y disminuir su impacto en la salud neonatal. Se consultaron las bases de datos Biblioteca Cochrane y Medline y se estudiaron 50 trabajos de revisión y artículos de investigación relacionados con el tema del parto pretérmino en sus siguientes aspectos: factores de riesgo y detección precoz del riesgo de parto pretérmino; prevención de la amenaza de parto pretérmino; tratamiento del parto pretérmino iniciado, y prevención del síndrome de dificultad respiratoria neonatal. Se encontraron pocos medios ensayados con éxito para predecir, prevenir o detectar precozmente la amenaza de parto pretérmino. Solo el tamizaje y tratamiento de la bacteriuria asintomática pueden recomendarse para todas las embarazadas como parte del control prenatal. El tamizaje de la vaginosis bacteriana y su tratamiento ulterior y el cerclaje profiláctico reducen, respectivamente, la incidencia de nacimientos adelantados en embarazadas con antecedentes de parto prematuro y en las que tienen antecedentes de más de tres partos pretérmino. Como tratamiento del parto iniciado antes de tiempo, con o sin rotura prematura de membranas, las intervenciones que han mostrado eficacia son la administración de betamiméticos a la parturienta para prolongar por 48 horas el período de latencia del parto y de indometacina con el mismo objetivo como medicamento de segunda elección. La administración prenatal de corticoides a la embarazada puede inducir la maduración pulmonar del feto y reducir el síndrome de dificultad respiratoria y la hemorragia

  3. Perfil de puérperas adolescentes atendidas em um hospital ensino do sul do país = The profile of teenage mothers attending in a teaching hospital at Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keila Okuda Tavares

    2012-01-01

    Full Text Available A gravidez na adolescência acarreta consequências sociais, emocionais e de saúde. O objetivo deste estudo foi traçar o perfil de puérperas adolescentes atendidas em um Hospital Ensino do Sul do país. Trata-se de uma pesquisa observacional, retrospectiva, transversal. A amostra foi composta por puérperas adolescentes, atendidas na Maternidade do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP, em outubro de 2008. Foi evidenciado alto número de partos em adolescentes (26,22%. A maior parte residia na zona urbana, apresentava Ensino Médio incompleto, início precoce da vida sexual, união consensual, renda familiar baixa, não exercia atividade remunerada, iniciou tardiamente o pré-natal e era primigesta. Os resultados encontrados são semelhantes aos de outros estudos com adolescentes grávidas no Brasil. Os programas voltados para a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis e consequentemente a gravidez indesejada na adolescência, não estão apresentando os resultados esperados. São necessárias atividades de educação em saúde para que as estratégias sejam incorporadas ao dia-a-dia. Um trabalho educacional realizado em parceria com as escolas e com os pais é uma alternativa. Durante o pré-natal e após o nascimento da criança, é necessário um trabalho que vai além da assistência voltada à saúde física da mãe e do bebê.The adolescent pregnancy brings social, emotional and health consequences. The aim of this study was to delineate the profile of teenage mothers attended in a Teaching Hospital in Southern Brazil. This is an observational, retrospective, and transversal research. The sample was composed by adolescents, attended at the Maternity from the Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP, during October 2008. A high number of births among adolescents (26.22% was evidenced. Most of them lived in urban areas, with incomplete secondary education, early sexual activity, consensual union, low

  4. Análise de custo-efetividade do parto vaginal espontâneo e da cesariana eletiva para gestantes de risco habitual no Sistema Único de Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Piovezan Entringer

    2018-05-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo deste estudo foi realizar uma análise de custo-efetividade do parto vaginal espontâneo comparado à cesariana eletiva, sem indicação clínica, para gestantes de risco habitual, sob a perspectiva do Sistema Único de Saúde. Um modelo de decisão analítico foi desenvolvido e incluiu a escolha do tipo de parto e consequências clínicas para mãe e recém-nascido, da internação para o parto até a alta hospitalar. A população de referência foi gestantes de risco habitual, feto único, cefálico, a termo, subdivididas em primíparas e multíparas com uma cicatriz uterina prévia. Os dados de custos foram obtidos de três maternidades públicas, duas situadas no Rio de Janeiro e uma em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Foram identificados custos diretos com recursos humanos, insumos hospitalares, custos de capital e administrativos. As medidas de efetividade foram identificadas com base na literatura científica. O estudo evidenciou que o parto vaginal é mais eficiente para gestantes primíparas, com menor custo (R$ 1.709,58 que a cesariana (R$ 2.245,86 e melhor efetividade para três dos quatro desfechos avaliados. Para multíparas, com uma cicatriz uterina prévia, a cesariana de repetição foi custo-efetiva para os desfechos morbidade materna evitada, ruptura uterina evitada, internação em UTI neonatal evitada e óbito neonatal evitado, mas o resultado não foi suportado pela análise de sensibilidade probabilística. Para o desfecho óbito materno não houve diferença de efetividade e o trabalho de parto se mostrou com o menor custo. Este estudo pode contribuir para a gestão da atenção perinatal, ampliando medidas que estimulem o parto adequado de acordo com as características da população.

  5. Implementação de práticas assistenciais para prevenção e reparo do trauma perineal no parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Cleison Silva dos Santos

    2017-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivos Implementar práticas assistenciais para prevenção e reparo do trauma perineal no parto normal. Métodos Estudo quase-experimental, realizado no Hospital da Mulher Mãe-Luzia, Macapá, AP. Realizaram-se 74 entrevistas com enfermeiros e médicos e 70 com puérperas, e analisaram-se dados de prontuários (n=555. O desenvolvimento da pesquisa se deu em três fases: pré-auditoria e auditoria de base (fase 1; intervenção educativa e implementação de boas práticas assistenciais (fase 2; auditoria pós-implementação (fase 3; a análise foi pela comparação das fases 1 e 3. Resultados Após a intervenção educativa, menos profissionais incentivavam puxos dirigidos, realizavam episiotomia e suturavam lacerações de primeiro grau; mais mulheres informaram que o parto foi em posição litotômica; mais registros nos prontuários indicaram o uso de Vicryl® na sutura da mucosa e pele. Conclusões A intervenção educativa melhorou os cuidados e os desfechos perineais, porém há lacunas na implementação das evidências e inadequações no manejo do cuidado perineal.

  6. Postpartum depression: we know the risks, can it be prevented? Depressão pós-parto: sabemos os riscos, mas podemos preveni-la?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dawn Zinga

    2005-10-01

    Full Text Available In the past 20 years, there has been increasing recognition that for some women, pregnancy may be burdened with mood problems, in particular depression, that may impact both mother and child. With identification of risk factors for postpartum depression and a growing knowledge about a biologic vulnerability for mood change following delivery, research has accumulated on attempts to prevent postpartum depression using various psychosocial, psychopharmacologic, and hormonal strategies. The majority of psychosocial and hormonal strategies have shown little effect on postpartum depression. Notwithstanding, results from preliminary trials of interpersonal therapy, cognitive-behavioural therapy, and antidepressants indicate that these strategies may be of benefit. Information on prevention of postpartum depression using dietary supplements is sparse and the available evidence is inconclusive. Although a few studies show promising results, more rigorous trials are required. The abounding negative evidence in the literature indicates that postpartum depression cannot be easily prevented, yet.Nos últimos vinte anos, houve um maior reconhecimento de que a gravidez em algumas mulheres pode ser complicada por problemas emocionais, particularmente depressão, causando um impacto significativo sobre a mãe e a criança. Com a identificação de fatores de risco para a depressão pós-parto e um aumento do conhecimento sobre a vulnerabilidade biológica para os transtornos de humor no período puerperal, um número crescente de estudos tem explorado meios de prevenir a depressão pós-parto, utilizando estratégias psicossociais, psicofarmacológicas e hormonais. A maior parte das intervenções psicossociais e hormonais tem mostrado pouco efeito para a prevenção da depressão pós-parto. Apesar disso, resultados de estudos preliminares sobre a terapia interpessoal, terapia cognitivo-comportamental e sobre o uso de antidepressivos indicam que estas interven

  7. Dias ao Parto de Fêmeas Nelore de um Experimento de Seleção para Crescimento: I - Modelo de Repetibilidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercadante Maria Eugênia Zerlotti

    2002-01-01

    Full Text Available Registros de datas de entrada na monta e respectiva data do parto, referentes a 1.247 fêmeas Nelore dos rebanhos experimentais da Estação Experimental de Zootecnia de Sertãozinho (IZ - SP, selecionadas para altos (seleção e tradicional e para médios (controle pesos ao sobreano foram usados para obter a variável dias ao parto, a fim de estudar o efeito da seleção para crescimento sobre o desempenho reprodutivo. Arquivos de novilhas e de vacas e novilhas foram analisados incluindo e não incluindo as não paridas. Nenhuma diferença significativa foi detectada entre os registros provenientes das vacas dos rebanhos selecionados e do controle, apesar das vacas do rebanho seleção apresentarem as maiores médias de dias ao parto na maioria dos arquivos estudados. Concordando com os resultados obtidos para o efeito de rebanho, o peso à seleção foi significativo somente para as vacas e novilhas, considerando as não paridas, com tendência das mais pesadas à seleção apresentarem menores valores para dias ao parto. Modelos nos quais não foi considerado o peso à seleção forneceram os mesmos resultados para o efeito de rebanho. As herdabilidades variaram de 0,02 a 0,16, sendo as mais altas obtidas em arquivos nos quais foram incluídos os registros das não paridas, indicando que a observação de caracteres de reprodução somente das fêmeas férteis contribui para mascarar as diferenças genéticas entre os animais, e quando esta variabilidade é re-introduzida, designando-se penalidades às fêmeas que não pariram, as diferenças genéticas entre os animais aparecem. Existem evidências que a seleção para peso não comprometeu o desempenho reprodutivo das fêmeas, mesmo sendo criadas em condições ambientais similares.

  8. Efeito da música no trabalho de parto e no recém-nascido Efecto de la musica en el trabajo de parto y en el recién nacido Effect of the music in labor and newborn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Sotilo Tabarro

    2010-06-01

    Full Text Available A música tem sido aplicada para o equilíbrio de energias alteradas pelo stress do mundo moderno. Este estudo objetivou verificar o efeito da música no trabalho de parto e no recém-nascido, quando submetido às mesmas melodias ouvidas por suas mães na gestação. Gestantes, usuárias de Unidades Básicas de Saúde, foram submetidas a sessões de sensibilização musical a partir do quinto mês de gestação. Durante o trabalho de parto, a parturiente foi submetida às melodias selecionadas por ela, com interrupções de 30 minutos a cada duas horas. Os dados foram coletados em três entrevistas realizadas após o parto, em diferentes momentos, e o discurso obtido foi analisado qualitativamente. Constatou-se, pelo conteúdo das falas, que a música minimizou os desconfortos do trabalho de parto e facilitou a adaptação do bebê nos primeiros meses de vida.La música ha sido aplicada para el equilibrio de las energías alteradas por el estrés del mundo moderno. Este estudio tuvo por objetivo verificar el efecto de la música en el trabajo de parto y en el recién nacido cuando es expuesto a las mismas melodías oídas por sus madres durante el embarazo. Mujeres embarazadas atendidas en Unidades Básicas de Salud fueron expuestas a períodos de sensibilización musical a partir del quinto mes de embarazo. Durante el trabajo de parto, la parturienta escuchó las melodías elegidas por ella misma, con interrupciones de 30 minutos cada dos horas. Los datos fueron recolectados en tres entrevistas realizadas en diferentes momentos; las respuestas obtenidas fueron analizadas cualitativamente. Los autores constataron en las respuestas a las entrevistas que la música minimizó las incomodidades del trabajo de parto y facilitó la adaptación del bebé en sus primeros meses de vida.Music has been applied for balancing energies that have been disturbed by the stress of modern life. The objective of the present study was to verify the effect of music

  9. Humanização da assistência ao parto no Brasil: os muitos sentidos de um movimento Humanization of childbirth care in Brazil: the numerous meanings of a movement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Simone Grilo Diniz

    2005-09-01

    Full Text Available Este texto recupera as origens do termo humanização do parto, o reconhecimento da sua assistência ao parto como evento desumanizante, a crítica técnica à assistência, o surgimento de um movimento nacional e internacional de humanização do parto, as políticas de humanização do parto desenvolvidas no Brasil, e as relações entre a crítica à assistência e a criação do movimento pela medicina baseada em evidências (MBE. Com base em um estudo de duas maternidades "humanizadas" do SUS, discute os diferentes (às vezes contraditórios sentidos do termo, e seu alcance em questionar a cultura técnico-assistencial, a anatomia, a fisiologia femininas, e as relações de gênero. Entre os diferentes sentidos estão: o uso da MBE, o respeito aos direitos (reprodutivos e sexuais, ao acesso universal e ao consumo de tecnologia, o tratamento acolhedor e respeitoso, o manejo da dor do parto e a prevenção da dor iatrogênica, novas atribuições profissionais e disputas corporativas; a relação custo-benefício etc. Longe de querer achar a "humanização certa", busca-se compreender nos diferentes sentidos um diálogo, tenso e produtivo, entre atores sociais em disputa.This paper recovers the origins of the term "humanization of childbirth", the recognition of birth care as a dehumanizing event, the technical criticism to the organization of care, the emergence of a national and international movement, and the related public policies in Brazil. It explores the relationships between the critique to maternal care and the emergence of Evidence-Based Medicine (EBM. Based on a research about "humanized maternity hospitals" in the Brazilian Public Health System, the paper explores the understanding of "humanization", describing the different (often contradictory meanings, its possibilities to change the technical culture, the understanding of women’s anatomy and physiology, and gender relations. Those meanings are: the use of EBM, respect for

  10. Perfil de puérperas adolescentes atendidas em um hospital ensino do sul do país - doi: 10.4025/actascihealthsci.v34i1.8946 The profile of teenage mothers attending in a teaching hospital at Southern Brazil - doi: 10.4025/actascihealthsci.v34i1.8946

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Dalva de Barros Carvalho

    2011-12-01

    Full Text Available A gravidez na adolescência acarreta consequências sociais, emocionais e de saúde. O objetivo deste estudo foi traçar o perfil de puérperas adolescentes atendidas em um Hospital Ensino do Sul do país. Trata-se de uma pesquisa observacional, retrospectiva, transversal. A amostra foi composta por puérperas adolescentes, atendidas na Maternidade do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP, em outubro de 2008. Foi evidenciado alto número de partos em adolescentes (26,22%. A maior parte residia na zona urbana, apresentava Ensino Médio incompleto, início precoce da vida sexual, união consensual, renda familiar baixa, não exercia atividade remunerada, iniciou tardiamente o pré-natal e era primigesta. Os resultados encontrados são semelhantes aos de outros estudos com adolescentes grávidas no Brasil. Os programas voltados para a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis e consequentemente a gravidez indesejada na adolescência, não estão apresentando os resultados esperados. São necessárias atividades de educação em saúde para que as estratégias sejam incorporadas ao dia-a-dia. Um trabalho educacional realizado em parceria com as escolas e com os pais é uma alternativa. Durante o pré-natal e após o nascimento da criança, é necessário um trabalho que vai além da assistência voltada à saúde física da mãe e do bebê.   The adolescent pregnancy brings social, emotional and health consequences. The aim of this study was to delineate the profile of teenage mothers attended in a Teaching Hospital in Southern Brazil. This is an observational, retrospective, and transversal research. The sample was composed by adolescents, attended at the Maternity from the Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP, during October 2008. A high number of births among adolescents (26.22% was evidenced. Most of them lived in urban areas, with incomplete secondary education, early sexual activity, consensual union, low

  11. Influencia del contacto precoz, nacionalidad, tipo de parto y prematuridad en la lactancia materna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Belén Laviña Castan

    2015-01-01

    Full Text Available Conocer si en el HUMS existe asociación entre lactancia materna y nacionalidad, prematuridad, tipo de parto, contacto precoz piel con piel. Estudio de cohortes, en una muestra de 541 puérperas del HUMS en octubre-noviembre 2011. Las variables: nacionalidad, tipo de parto, contacto precoz, parto prematuro e inicio lactancia materna se recogieron antes del alta hospitalaria mediante cuestionario. A los dos meses postparto se contactó telefónicamente con las madres para conocer el tipo de lactancia en ese momento. El 70,32 % iniciaron la lactancia materna en las dos primeras horas postparto y el 55,58% daban Lactancia materna exclusiva (LME a los dos meses. Influyen en la lactancia materna el tipo de parto, contacto precoz y parto prematuro. La probabilidad de lactancia materna es 3,65 veces más alta si se ha realizado contacto precoz (RR 3,65; IC 95% 2,72-4,88; p=0,001. El inicio de lactancia materna en las 2 primeras horas y la nacionalidad española influye positivamente en la LME a los 2 meses. Las prácticas hospitalarias en el postparto deben promover el contacto precoz madre-recién nacido y el inicio de lactancia materna en las dos primeras horas, principalmente en las cesáreas.

  12. Aplicação das ações preconizadas pelo Ministério da Saúde para o parto humanizado em um hospital de Santa Catarina Application of Ministry of Health guidelines for humane childbirth in a hospital in Santa Catarina, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Elias dos Reis

    2005-12-01

    Full Text Available A mudança do cenário domiciliar do nascimento para o hospitalar fez emergir nova cultura de atendimento à mulher parturiente, provocando desvalorização do potencial do cuidado humano, em suas características culturais e afetivas, e gerando desconforto e até agravos à saúde da mulher e do seu recém-nascido.Tendo em vista essa realidade, o Ministério da Saúde criou diretrizes para orientar as ações das equipes de saúde no processo de parir. O foco deste estudo foi analisar, de forma qualitativa, a aplicação dessas ações preconizadas em um centro obstétrico de um hospital do Estado de Santa Catarina. Participaram como sujeitos do estudo onze parturientes e seus recém-nascidos e acompanhantes e os profissionais da equipe de saúde que atenderam essas mulheres. A análise dos dados, levantados por observação participante, entrevista e análise documental, mostrou limitações da equipe de saúde para incorporar as referidas diretrizes no cotidiano da assistência, bem como das gestantes e acompanhantes em estimular essa prática, especialmente pelo desconhecimento que têm de seus direitos. Isto reforça a importância dessas diretrizes serem trabalhadas no pré-natal junto às gestantes e seus familiares.The change in the scenary from home birth to the hospital has created another culture in the care and attendance for woman in labor, leading to a depreciation of the potencial of the human care, in your cultural and affective characteristics and generating discomfort and even aggravating the woman’s health and her infant. Looking upon this reality, the Health Departament created gruidelines to help the actions of health teams in the process of birth. The focus of this study was to analyze, in a qualitative way, the application of those actions in a obstetric center of a hospital in the State of Santa Catarina. This research had as participants eleven women in labor, their infants and their companions and the health

  13. Creencias y costumbres relacionadas con el embarazo, parto y puerperio en comunidades nativas Awajun y Wampis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armando Medina I

    2006-01-01

    Full Text Available Objetivo: Nuestro país, por su riqueza cultural, presenta diversas concepciones en torno al embarazo, parto y puerperio. Las costumbres y los procesos de embarazo, parto y puerperio, de la mujer Awajun (Aguaruna o Wampis (Huambisa, en el contexto cultural de las comunidades indígenas, son revisadas en el presente estudio. Materiales y métodos: Estudio etnográfico descriptivo, cualitativo, realizado durante octubre de 2002 a abril de 2003, aplicándose 24 entrevistas a profundidad (a parteras, promotores de salud y usuarias, en las comunidades de Puerto Galilea y Chapiza, además de tres grupos focales. Dichas entrevistas se analizaron en función de cinco aspectos, relacionados con señales, peligros, dietas y cuidados durante el embarazo, parto y puerperio. Resultados: Los pobladores reconocen algunas señales de peligro en el embarazo, como el sangrado vaginal y pérdida de líquido amniótico. Los cuidados durante el embarazo se relacionan con las actividades diarias y la ingesta de alimentos (dietas. Existen algunos elementos que dificultan el parto y nacimiento, como el sentimiento de vergüenza para llamar al promotor. Logrado el parto, debe mantenerse los cuidados para la recuperación de la madre, y un adecuado desarrollo del recién nacido. Conclusiones: Las concepciones y percepciones del embarazo, parto y puerperio en comunidades nativas, norman el comportamiento de sus pobladores, repercutiendo esto en la salud materna e infantil. Es necesario comprender esta cultura y capacitar agentes de medicina tradicional, implementando estrategias en promoción de la salud y atención de la gestante, fortaleciendo las capacidades institucionales e incrementando la cobertura.

  14. Depressão pós-parto: fatores de risco e repercussões no desenvolvimento infantil Post-partum depression: risk factors and repercussions in infant development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eluisa Bordin Schmidt

    2005-06-01

    Full Text Available A depressão pós-parto é uma condição que afeta 10% a 15% das mulheres no pós-parto. Este quadro tem seu início em algum momento durante o primeiro ano do pós-parto, havendo maior incidência entre a quarta e oitava semana após o parto. Geralmente se manifesta por um conjunto de sintomas como irritabilidade, choro freqüente, sentimentos de desamparo e desesperança, falta de energia e motivação, desinteresse sexual, transtornos alimentares e do sono, ansiedade, sentimentos de incapacidade de lidar com novas solicitações. O objetivo deste artigo é apresentar uma revisão bibliográfica acerca da depressão pós-parto. São abordados aspectos conceituais, epidemiológicos, fatores de risco associados a sua ocorrência e algumas repercussões da depressão pós-parto na relação materno-infantil e no desenvolvimento da criança. O conhecimento destes aspectos reveste-se de grande importância considerando as conseqüências prejudiciais às mães bem como ao desenvolvimento cognitivo, social e emocional de suas crianças.The post-partum depression is a condition that affects 10 to 15% of the women in the post-partum period. These symptoms begin at some moment during the first year after delivery, occurring more frequently between the fourth and eighth week after parturition. It is generally expressed through a complexity of symptoms where there is a presence of irritability, frequent crying, feelings of abandonment and hopelessness, lack of energy and motivation, lack of sexual interest, disturbances in sleep and eating patterns, anxiety, and feelings of not being able to cope with new demands. The objective of this paper is to present a bibliographical revision regarding the post-partum depression. Conceptual and epidemiological aspects, risk factors associated with their occurrence as well as a few repercussions of the post-partum depression in the mother-child relation, and the development of the infant will be broached. The

  15. Influência do tipo de parto sobre a concentração de imunoglobulinas A, G e M no colostro materno Influence of type of delivery on A, G and M immunoglobulin concentration in maternal colostrum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel A. J. Striker

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a influência do tipo de parto sobre a concentração das imunoglobulinas (Ig A, G e M no colostro materno. MÉTODOS: Foram selecionadas 82 puérperas com idade cronológica entre 21 e 41 anos, idade gestacional de 37 ou mais semanas, paridade até IV gesta, bom estado nutricional e sem patologias associadas durante a gestação e o puerpério. Foram também critérios de inclusão para os recém-nascidos: peso > 2.500 g, escore de Apgar > 7 no primeiro minuto e aleitamento materno exclusivo durante o período da internação. As puérperas foram divididas em três grupos: A - parto vaginal; B - cesárea precedida de trabalho de parto; e C - cesárea eletiva. O colostro foi colhido manualmente entre 48 e 72 horas pós-parto. IgA, IgG e IgM foram dosadas pela técnica de ELISA RESULTADOS: Não se observou diferença significativa entre os tempos de coleta do colostro nos três grupos maternos estudados. Quanto menor o tempo de coleta, maior foi a concentração de IgA no colostro materno; quanto menor a paridade, maior foi a concentração de IgA e IgM no colostro materno. O grupo de puérperas submetidas a cesárea precedida de trabalho de parto apresentou concentração mais elevada de IgA no colostro do que o grupo de puérperas que havia dado à luz por parto normal. A concentração de IgM e IgG no colostro materno não foi influenciada pelo tipo de parto. CONCLUSÃO: A ocorrência do trabalho de parto, somada ao estresse cirúrgico, induz a uma concentração mais elevada de IgA no colostro materno na puérpera submetida a cesárea precedida de trabalho de parto.OBJECTIVE: To investigate the association between type of delivery and immunoglobulin concentration in maternal colostrum. METHODS: We studied 82 women who were giving birth. Age was between 21 and 41 years, gestational age was 37 or more weeks and parity up to IV pregnancies. The women were in good nutritional condition and did not have any pregnancy or

  16. Matronas y cambio social en la segunda mitad del siglo XX. De mujeres y partos

    OpenAIRE

    Alemany Anchel, María José

    2014-01-01

    Esta investigación profundiza en el análisis de los cambios que se produjeron en la asistencia al parto en la segunda mitad del siglo XX en nuestro país, como consecuencia de las transformaciones políticas, culturales, económicas y sociales. Hemos avanzado en el conocimiento de lo que significó la puesta en marcha de las grandes unidades hospitalarias y en qué medida se transformó la atención al parto de un acto íntimo que se realizaba en el propio domicilio de la parturienta a un acto médico...

  17. Indução do Parto com Misoprostol: Comparação entre duas Doses Labor Induction with Misoprostol: Comparison of Two Dose Regimens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dimas Augusto Carvalho de Araújo

    1999-10-01

    Full Text Available Objetivo: comparar a eficácia e segurança entre duas doses de misoprostol administradas por via vaginal para amadurecimento cervical e indução do parto. Pacientes e Métodos: sessenta e uma pacientes com indicação médica para indução do parto e colo desfavorável foram incluídas neste estudo. Vinte e oito pacientes receberam 25 µg e trinta e três 50 µg de misoprostol, a intervalos de 4 horas, até um período máximo de 24 horas. Resultados: a rotura prematura de membranas, gestação prolongada e doença hipertensiva específica da gestação foram as principais indicações para a indução do parto. O intervalo de tempo, em minutos, entre inserção do misoprostol até o parto vaginal foi similar nos grupos de 25 µg (416,3 ± 148,1 e 50 µg (425 ± 135,9. A porcentagem de parto vaginal foi de 82,2% e 81,9% nos grupos de 25 e 50 µg, respectivamente. Não houve diferença significativa entre os grupos no que se refere a complicações maternas e fetais. Conclusões: a administração de misoprostol por via vaginal mostrou-se um método eficiente e seguro para o amadurecimento cervical e indução do parto. A dose de 25 µg mostrou ter eficácia e segurança comparável à de 50 µg.Purpose: to compare the efficacy and safety between two doses of intravaginal misoprostol for cervical ripening and induction of labor. Patients and Methods: sixty-one patients with medical indication for induction of labor and unfavorable cervix were included in this study. Twenty-eight of them received 25 µg and thirty-three 50 µg misoprostol, every four hours until delivery. Results: premature rupture of membranes, prolonged gestation and preeclampsia were the main indications for labor induction. The time interval, in minutes, from insertion of misoprostol until delivery was similar for the 25 µg (416.3 ± 148.1 and 50 µg (425.0 ± 135.9 groups. The percentage of vaginal delivery was 82.2% and 81.9% in the groups of 25µg and 50 µg

  18. Ultrassonografia do colo uterino versus índice de Bishop como preditor do parto vaginal Cervical ultrasonography versus Bishop score as a predictor of vaginal delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Richelmy Brazil Frota Aragão

    2011-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a acurácia da mensuração ultrassonográfica transvaginal do colo uterino com o escore de Bishop para predição do parto vaginal após indução do trabalho de parto com misoprostol a 25 mcg. MÉTODOS: realizou-se estudo de validação de técnica diagnóstica com 126 gestantes com indicação para indução do trabalho de parto, as quais foram avaliadas pelo escore de Bishop e por ultrassonografia transvaginal para mensuração cervical. As pacientes foram submetidas, também, à ultrassonografia obstétrica transabdominal para avaliação da estática, pesos fetais e índice de líquido amniótico, e à cardiotocografia basal para avaliação da vitalidade fetal. Procedeu-se à indução do trabalho de parto com misoprostol vaginal e sublingual, um dos comprimidos contendo 25 mcg da droga e o outro apenas placebo. Os comprimidos foram administrados a cada seis horas, em um número máximo de oito. Construíram-se tabelas de distribuição de frequência e calcularam-se medidas de tendência central e de dispersão. Curvas ROC foram construídas para avaliação do escore de Bishop e da medida ultrassonográfica do colo uterino para predição de parto vaginal. RESULTADOS: obteve-se uma área sob a curva ROC de 0,5 (p=0,8 para medição do colo uterino pela ultrassonografia transvaginal, enquanto a curva ROC do escore de Bishop (ponto de corte ³4 apresentou área de 0,6 (p=0,02. O escore de Bishop ³4 apresentou sensibilidade de 56,2% e especificidade de 67,9% para predição de parto vaginal, com razão de verossimilhança positiva de 1,75 e negativa de 0,65. CONCLUSÕES: a medida ultrassonográfica transvaginal do colo uterino não foi boa preditora da evolução para parto vaginal em pacientes com trabalho de parto induzido com misoprostol. O escore de Bishop foi melhor preditor para parto vaginal nestas circunstâncias.PURPOSE: to compare the accuracy of transvaginal ultrasonographic measurement of the uterine cervix

  19. Práticas de enfermeiras para promoção da dignificação, participação e autonomia de mulheres no parto normal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Lorena Santos Silva

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivou-se conhecer as práticas de cuidado utilizadas por enfermeiras implicadas nos processos autonomia, dignificação e participação de mulheres durante o parto normal. Pesquisa qualitativa, de caráter exploratório descritivo, desenvolvida com 30 mulheres que tiveram o parto realizado em um Centro de Parto Normal de Salvador - BA. Para subsidiar a análise foi utilizado o conceito de autonomia. As práticas dignificantes foram: o acolhimento; a promoção da presença de acompanhante, bem como, de ambiente adequado para o cuidado; e a transmissão de calma e segurança às mulheres. Para o processo de autonomia destacaram-se a promoção de relações pessoais livres de coerção; e a facilitação no acesso às informações; não deixando de estimular a participação ativa das mesmas. Embora no Centro tenha havido um avanço na busca pela promoção da autonomia e participação das mulheres atendidas, necessita ainda de mais ações para atingir plenamente esse objetivo.

  20. Utilização de técnicas de respiração e relaxamento para alívio de dor e ansiedade no processo de parturição Utilización de técnicas de respiración y relajación para el alivio del dolor y de la ansiedad en el proceso de parto The use of respiration and ralaxation techniques for pain and anxiety relief in the parturition process

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilza Alves Marques Almeida

    2005-02-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o efeito de técnicas de respiração e de relaxamento sobre a dor e a ansiedade, na parturição. Dezessete primigestas (grupo controle - GC receberam assistência de rotina e dezenove (grupo experimental - GE foram orientadas e estimuladas a realizar técnicas de respiração e relaxamento. Avaliou-se a dor, através da escala analógica visual, e a ansiedade, através dos inventários de ansiedade-traço e estado. A intensidade de dor aumentou com a evolução do trabalho de parto para ambos os grupos. O nível de ansiedade na fase latente foi baixo para ambos os grupos; na fase ativa foi médio para o GC e baixo para o GE; na fase de transição foi médio e, no pós-parto, imediato, foi baixo, para ambos os grupos. Concluiu-se que as técnicas utilizadas não reduziram a intensidade de dor, mas promoveram ao GE a manutenção de nível baixo de ansiedade por maior tempo da parturição.La finalidad de este estudio fue evaluar el efecto de técnicas de respiración y relajación sobre el dolor y la ansiedad durante el parto. Diecisiete primerizas (grupo control-GC recibieron asistencia de rutina y diecinueve (grupo de experimento-GE fueron orientadas y estimuladas a realizar técnicas de respiración y relajación. Se evaluó el dolor a través de la escala analógica visual y la ansiedad a través de los inventarios de ansiedad-apariencia y estado. La intensidad del dolor aumentó con la evolución del trabajo de parto para ambos grupos. El nivel de la ansiedad, en la fase latente, fue bajo para ambos grupos; en la fase activa fue medio para el GC y bajo para el GE; en la fase de transición fue medio y, en el post parto inmediato, bajo para ambos grupos. Se llegó a la conclusión de que las técnicas utilizadas no redujeron la intensidad del dolor, pero sí promovieron al GE el mantenerse en un nivel bajo de ansiedad por mayor tiempo en el parto.This study aimed to evaluate the effect of respiration and relaxation

  1. Prácticas para estimular el parto normal Practices to stimulate normal childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flora Maria Barbosa da Silva

    2011-09-01

    Full Text Available Este artículo lleva a una reflexión sobre las prácticas del estímulo al parto normal, con la fundamentación teórica de cada una de ellas. Las prácticas incluidas en este estudio fueron el ayuno, enemas, spray y baños de inmersión, caminatas, movimientos pélvicos y masaje. En un contexto de revalorización del parto normal, ofrecer a la mujer durante el parto opciones de comodidad basadas en evidencias puede ser una forma de preservar el curso fisiológico del parto.This article leads to a reflection about the practices of encouraging normal childbirth, with the theoretical foundation for each one of them. The practices included in this study were fasting, enema, shower and immersion baths, walking, pelvic movements and massage. In a context of revaluation of normal birth, providing evidence-based comfort options for women during childbirth can be a way to preserve the physiological course of labour.

  2. Óbitos perinatais investigados e falhas na assistência hospitalar ao parto Muertes perinatales investigadas y los fracasos en la atención hospitalaria al parto Perinatal deaths investigated and failures in hospital care delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eunice Francisca Martins

    2013-03-01

    Full Text Available Objetivou-se analisar as falhas na assistência hospitalar ao parto, o perfil materno e as características do feto e do recém-nascido que evoluíram para óbito perinatal, em Belo Horizonte. MÉTODOS: Estudo transversal, dos óbitos perinatais investigados pelo Comitê de Prevenção de Óbitos de Belo Horizonte, ocorridos entre 2003 e 2007. A fonte dos dados foram as fichas de investigação do Comitê. Os dados foram analisados pela distribuição de frequência das variáveis e análise bivariada utilizando-se o teste de Qui-quadrado de Pearson, considerando o nível de significância de 5% (pAnalizar las deficiencias en la prestación de la atención hospitalaria al parto, el perfil materno y las características del feto y del recién nacido que murió durante el período perinatal, en Belo Horizonte (MG. MÉTODOS: eEstudio transversal de las muertes perinatales investigadas por el Comité para la Prevención de Muertes de Belo Horizonte, que se produjo entre 2003 y 2007. La fuente de datos fueron informes de investigación del Comité. Los datos fueron analizados mediante distribución de frecuencias de las variables y el análisis bivariado se utilizó la prueba de Qui-Quadrado, teniendo en cuenta el nivel de significación del 5% (p To analyze the shortcomings in hospital care delivery, the maternal profile and characteristics of the fetus and newborn that died perinatally, in Belo Horizonte. METHODS: Cross sectional study of perinatal deaths investigated by the Committee for the Prevention of Deaths of Belo Horizonte, which occurred between 2003 and 2007. The data source was the Committee's investigation forms. Data were analyzed by frequency distribution of variables and the bivariate analysis used the chi-square test, considering the significance level of 5% (p <0.05. RESULTS: We studied 253 deaths, most born at term with adequate weight infants. In 65.6% of cases there were gaps in care, mainly related to the monitoring of pregnant

  3. Influência do consumo alimentar na gestação sobre a retenção de peso pós-parto Influencia del consumo alimentario en la gestación sobre la retención de peso post-parto Influence of dietary intake during gestation on postpartum weight retention

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Bortoletto Martins

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a influência da alimentação durante a gestação sobre a retenção de peso pós-parto. MÉTODOS: Foram acompanhadas 82 gestantes adultas e saudáveis que iniciaram o pré-natal em serviço público de saúde no Município de São Paulo, SP, entre abril e junho de 2005. As medidas de peso e estatura foram aferidas na primeira entrevista (até 16 semanas de gestação e a medida de peso foi repetida em visita domiciliar 15 dias após o parto. O Recordatório de 24 horas foi usado para avaliar o consumo alimentar e foi aplicado nos três trimestres da gestação. Foi calculado o consumo médio de gordura saturada, fibras, açúcar adicionado, refrigerantes, alimentos processados, frutas, verduras e legumes, e a densidade energética da dieta. A retenção de peso foi obtida pela diferença entre a medida de peso pós-parto e a primeira medida realizada. A influência da alimentação sobre a retenção de peso pós-parto foi avaliada por meio de análise de regressão linear múltipla e foi realizado o teste para tendência linear. As variáveis utilizadas para ajuste do modelo foram: índice de massa corporal no início da gestação, estatura, renda familiar per capita, tabagismo, idade e escolaridade. RESULTADOS: O índice de massa corporal inicial médio foi de 24 kg/m² e a retenção média de peso foi de 1,9 kg. O aumento do consumo de gordura saturada (p = 0,005 e alimentos processados (p = 0,014 elevou de forma significativa a retenção de peso pós-parto, após ajuste pelas variáveis de controle. As demais variáveis de consumo alimentar não apresentaram relação significativa com a variável desfecho. CONCLUSÕES: O maior consumo de alimentos não saudáveis, como alimentos processados, e de gordura saturada influencia a elevação da retenção de peso pós-parto.OBJETIVO: Evaluar la influencia de la alimentación durante la gestación sobre la retención de peso post-parto. MÉTODOS: Fueron acompañadas 82

  4. Estado neurológico e cardiorrespiratório de filhotes de cães nascidos de parto normal ou de cesariana sob anestesia geral inalatória com sevofluorano Neurological and cardiocirculatory investigation of dog neonates born by normal parturition or cesarean section on sevoflurane inhalation anesthesia

    OpenAIRE

    Daniela Tozadore Gabas; Lidia Mitsuko Matsubara; Valéria Nobre Leal de Souza Oliva; Leandro Rodello; Cláudio Nazaretian Rossi; Silvia Helena Venturolli Perri

    2006-01-01

    A anestesia obstétrica possibilita um procedimento mais seguro para a mãe e para os fetos. Em medicina veterinária, no entanto, a literatura científica a respeito do assunto é deficiente. Este trabalho teve como objetivo avaliar o grau de depressão neurológica, hemodinâmica e respiratória fetais provocado pelo agente anestésico, em que as mães foram submetidas ao parto normal ou à cesariana, utilizando-se sevofluorano como agente de manutenção anestésica, comparando-o com o parto normal. Fora...

  5. Relação entre a pressão muscular perineal no puerpério e o tipo de parto Relationship between perineal muscular force in the puerperal period and the type of delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silmara Menta

    2006-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: relacionar o tipo de parto e as características do períneo com valores da pressão muscular perineal (PMP mensurada em primíparas nas posições deitada e sentada com a musculatura perineal em repouso e em contração máxima. MÉTODOS: estudo quantitativo do tipo transversal, realizado em maternidade conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS do município de São Paulo. A casuística, obtida por conveniência, foi de 95 primíparas de termo. A avaliação ocorreu entre o 40º e o 45º dia. Realizaram-se entrevista, exame físico e mensuração da PMP por meio do perineômetro de Kegel. A mensuração foi realizada nas posições deitada e sentada, com a musculatura em repouso e em contração máxima, sendo considerada a média de três aferições para cada posição e estado muscular. RESULTADOS: 76,8% (73 das primíparas tiveram parto vaginal e 23,2% (22 cesárea. No pós-parto vaginal, observou-se períneo íntegro em 18,9% (18, com rotura perineal em 24,2% (23 e com episiotomia em 33,7% (32. Os valores obtidos da PMP foram em: posição deitada/musculatura em repouso, 18,9 mmHg; deitada/musculatura em contração máxima, 30,7 mmHg; sentada/musculatura em repouso, 34,5 mmHg; sentada/musculatura em contração máxima, 46,5 mmHg. CONCLUSÃO: não houve associação entre o tipo de parto e as condições perineais e a pressão muscular perineal.PURPOSE: to determine the values of perineal muscular force (PMF in the lying and seated positions and to identify the values of PMF between first pregnancy, according to type and the characteristics of the vaginal delivery and cesarean section. METHODS: study of the transversal type, performed in a maternity of Brazilian Public the Health System (SUS in the city of São Paulo. The sample consisted of 95 primiparae at term. Evaluation occurred between the 40th and 45 th, day with an interview, physical examination and measurement of PMF using a perineometer of the Kegel type. The

  6. Violência institucional na atenção obstétrica : proposta de modelo preditivo para depressão pós-parto

    OpenAIRE

    Souza, Karina Junqueira de

    2014-01-01

    Introdução: A depressão tem etiologia multifatorial, atingindo um significativo número de mulheres no pós-parto com estimativas de prevalência entre 7,2% à 39,4%. Especialistas em saúde materna têm encontrado associação positiva dos distúrbios psiquiátricos do período puerperal, inclusive depressão, com experiências negativas associadas à atenção obstétrica. Várias categorias de violência na atenção obstétrica têm sido utilizadas para análise dessa condição, como aquelas da Organização Mundia...

  7. O discurso de parto de mulheres vivenciando a experiência da primeira gestação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia R. Nozawa

    1996-01-01

    Full Text Available Este trabalho é parte integrante de um estudo realizado junto a um grupo de mulheres, clientes de um centro de saúde escola, que vivenciavam a experiência da primeira gravidez, com o objetivo de desenvolver e avaliar uma ação educativa participante. A ação educativa foi desenvolvida sob a perspectiva de uma relação pedagógica calcada no diálogo e na participação ativa das educandas no processo, assim, o referencial metodológico do estudo inspirou-se na concepção de educação libertadora e na metodologia participativa em pesquisa. Os dados apresentados e a análise realizada referem-se à discussão sobre o parto que apresentou-se como tema central durante todo o processo educativo. Pelo emprego da Análise de Discurso como instrumento de avaliação da ação realizada foi possível identificar o sentido predominantemente negativo de parto no discurso das gestantes, bem como discutir o processo de constituição desse discurso apontando estratégias que promovam a superação de tal significado visando subsidiar a prática educativa realizada por profissionais de saúde junto a esse grupo específico da clientela.This paper is part of a study carried out with a group of women, at a school health centre, experiencing their first gestation. The study aims at developing and evaluating a participative educative action. Such action has been developed from a pedagogic relation perspective based on dialogue and active participation of the women in in the educative process. Thus the methodological framework derived from the concept of freeing education and participation research methodology. Both the data used and analysis perfomed refer to the discussion on delivery - the central issue of the whole educative process. The use of Discourse Analysis as an evaluative tool of the action allowed the identification of the predominantly negative meaning of delivery in the pregnant women's discourse as well as the discussion of the production

  8. As representações sociais da depressão pós-parto elaboradas por mães puérperas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Penha de Lima Coutinho

    Full Text Available O estudo psicossociológico versou sobre a depressão pós-parto desde a experiência subjetiva das mães no contexto puerperal até as comunicações veiculadas no seu grupo de pertencimento. Buscou-se apreender as representações sociais da depressão e da experiência materna elaboradas pelas puérperas com e sem sintomatologia depressiva. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com mães usuárias de um serviço público de saúde, que foram divididas em dois grupos, com base na pontuação obtida pela escala de Edinburgh para rastreamento da depressão pós-parto: trinta e duas puérperas portadoras de sintomatologia de depressão e trinta e três participantes que não apresentavam essa sintomatologia. Foram utilizados a associação livre de palavras, analisada pelo software Tri-Deux-Mot, e um questionário sociodemográfico, tratado pelo SPSS. Para o estímulo indutor depressão, nas puérperas sem sintomatologia, emergiram manifestações psico-orgânicas, valorativas e histórico-factuais. As mães depressivas ancoraram a depressão em elementos psico-afetivos, que trouxeram repercussões para o seu relacionamento com os bebês. constatou-se a necessidade da utilização de procedimentos plurimetodológicos.

  9. Effect of pelvic floor muscle training on labour and newborn outcomes: a randomized controlled trial Efeitos do treinamento da musculatura do assoalho pélvico sobre o parto e recém-nascido: estudo controlado randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia A. R. Dias

    2011-12-01

    anos, e que eram capazes de contrair a musculatura do assoalho pélvico. As gestantes foram incluídas no estudo com 20 semanas de idade gestacional, e realizava-se a avaliação da pressão de contração vaginal pela contração da musculatura do assoalho pélvico. Elas foram randomizadas em dois grupos: grupo de treinamento e grupo controle. Todas as voluntárias tiveram o trabalho de parto e os resultados dos recém-nascidos avaliados por meio de consulta ao prontuário por um pesquisador não envolvido com o grupo de treinamento. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre os grupos quanto à idade gestacional no nascimento, tipo de parto, duração da segunda fase de trabalho de parto, tempo total de trabalho de parto, prevalência da laceração perineal, peso e tamanho do bebê e índice de Apgar. Nenhuma correlação foi encontrada entre a força muscular do assoalho pélvico e a segunda fase ou a duração total do trabalho de parto. CONCLUSÕES: Este ensaio clínico randomizado não verificou qualquer influência do treinamento muscular do assoalho pélvico e da força dos músculos do assoalho pélvico sobre o trabalho de parto e os resultados do recém-nascido.

  10. O acesso à assistência ao parto para parturientes adolescentes nas maternidades da rede SUS Accesibilidad a asistencia del parto para parturientes adolescentes en las maternidades del sistema de salud Accessibility to childbirth attendance for pregnant adolescents in health system's maternities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Santos Barbastefano

    2010-12-01

    Full Text Available Estudo quantitativo, observacional e de delineamento transversal, cujo objetivo foi identificar os fatores que interferem na acessibilidade da gestante ao acompanhamento do parto na rede do Sistema Único de Saúde (SUS na cidade do Rio de Janeiro (RJ. Foi realizado em maternidades da rede SUS-RJ, por meio de entrevista estruturada. A amostra constituiu-se de 328 puérperas adolescentes. As informações foram organizadas em banco de dados, e para análise se utilizou o software EPI INFO versão 6.03, e a razão de prevalência como medida de associação. Os resultados evidenciaram que 40,5% das adolescentes eram negras; 54,9% tinham apenas o ensino fundamental; 91,5% haviam feito pré-natal. O acesso foi considerado insatisfatório em 36,6% dos casos, e 20,7% das puérperas passaram por mais de uma unidade de saúde para parir. Concluiu-se que a assistência à parturiente adolescente ainda necessita de ajustes, de modo a favorecer o acesso destas aos serviços de assistência ao parto.El estudio objectivó identificar los factores que interfieren en la accesibilidad de parturientes adolesacentes a la asistencia del parto en el Sistema de Salud, en la ciudad de Río de Janeiro, Brasil. Estudio cuantitativo, con diseño travesaño y observacional, cumplido en maternidades del Sistema de Salud, a través de entrevista estructurada. La muestra se constituyó de 328 puerperas adolescentes. Los datos fueran organizados en una base de datos, para el análisis subsecuente, con el software EPI INFO versión 6.03. Como medida de asociación se usó la razón de predominio. Los resultados evidenciaron que 40,5% de las adolescentes eran negras; 54,9% tenían la enseñanza fundamental; 91,5% habían tenido la asistencia prenatal. El acceso fue considerado insatisfactorio para 36,6% de ellas, y 20,7% fueron a más de una maternidad para el parto. Concluyese que la asistencia a parturientes adoelscentes necesita de ajustes para favorecer su acceso a los

  11. Mortalidade infantil e acesso geográfico ao parto nos municípios brasileiros Mortalidad infantil y acceso geográfico al parto en los municipios brasileños Infant mortality and geographic access to childbirth in Brazilian municipalities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wanessa da Silva de Almeida

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o acesso geográfico ao parto hospitalar nos municípios brasileiros. MÉTODOS: Foram analisadas informações de óbitos e nascimentos quanto à sua adequação para o cálculo do coeficiente de mortalidade infantil no período de 2005 a 2007 para os 5.564 municípios brasileiros. O acesso geográfico foi expresso por indicadores de deslocamento, oferta e acesso aos serviços de saúde. A associação entre o acesso geográfico ao parto e o coeficiente de mortalidade infantil em municípios com adequação de suas informações vitais foi avaliada por meio de regressão múltipla. RESULTADOS: Dentre os municípios analisados, 56% apresentaram adequação das informações vitais, correspondendo a 72% da população brasileira. O deslocamento geográfico ao parto mostrou-se inversamente associado ao porte populacional, à renda per capita, e à mortalidade infantil, mesmo controlado por fatores demográficos e socioeconômicos. CONCLUSÕES: Embora tenham sido desenvolvidas estratégias importantes para a melhoria da qualidade do atendimento às gestantes no Brasil, as ações para garantir o acesso igualitário à assistência ao parto ainda são insuficientes. O maior deslocamento intermunicipal para o parto se mostrou como um fator de risco para a mortalidade infantil, aliado à desigualdade de oferta de serviços qualificados e à falta de integração com a atenção básica de saúde.OBJETIVO: Analizar el acceso geográfico al parto hospitalario en los municipios brasileños. MÉTODOS: Se analizaron informaciones de óbitos y nacimientos con relación a su adecuación para el cálculo del coeficiente de mortalidad infantil en el período de 2005 a 2007 para los 5.564 municipios brasileños. El acceso geográfico fue expresado por indicadores de desplazamiento y oferta y acceso a los servicios de salud. Se evaluó la asociación entre el acceso geográfico al parto y el coeficiente de mortalidad infantil en municipios con

  12. Expectations of pregnant women and partners concerning their participation in humanized births Las expectativas de participación de mujeres embarazadas y sus acompañantes para realizar un parto humanizado Expectativas de participação de gestantes e acompanhantes para o parto humanizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joéli Fernanda Basso

    2010-06-01

    ática educativa com grupos emergiram informações que culminaram em cinco categorias: a escolha pelo tipo de parto, a seleção do tipo de atenção obstétrica, o reconhecimento de si como sujeito crítico perante a realidade, a negociação com os profissionais de saúde e a construção de um saber próprio acerca do parto. O estudo permite compreender que, apesar de as interações vivenciadas dentro das instituições de saúde serem permeadas por relações de poder, práticas educativas libertadoras podem contribuir para o fortalecimento dos sujeitos rumo à superação desse status quo e para a transformação da realidade obstétrica.

  13. Autoconcepto y adolescentes embarazadas primigestas solteras

    OpenAIRE

    José J. Amar Amar; Bertha Hernández Jiménez

    2005-01-01

    El embarazo en la adolescencia puede llevar a situaciones de riesgo para la joven y para su hijo, ya que ésta debe enfrentarlo cuando quizás aún no ha podido elaborar las pérdidas del mundo infantil; además está atravesando una etapa de crisis en la maduración psicoafectiva y biológica, y no ha perfilado ni definido su autoconcepto, ni ha logrado una autonomía personal (Machargo, 1991); por esto, hacerse cargo sola de la crianza de su hijo aumenta el riesgo para ambos. Es...

  14. Parir en casa, parir en el hospital. Algunas dimensiones para el análisis de los lugares del parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Belén Castrillo

    2015-12-01

    Full Text Available En una investigación doctoral sobre la intervención médica en el proceso de embarazo, parto y puerperio, resulta relevante preguntarnos por la espacialidad del parto, de su atención/asistencia, por los actores involucrados y por las dinámicas diversas que generan y son generadas por los distintos lugares en los que sucede. En estas líneas reflexionaremos sobre los lugares del parto, poniendo el énfasis en el que propone e impone el modelo médico hegemónico en salud, el hospital, y la “alternativa” que supone el parto en casa, retomando los aportes de la perspectiva geográfica.

  15. Desempenho das competências obstétricas na admissão e evolução do trabalho de parto: atuação do profissional de saúde Desempeño de las competencias obstétricas en la admisión y evolución del trabajo de parto: actuación del equipo de salud Performance of obstetrical competences upon admission and during labor: performance of the health team

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Maria Geromel Dotto

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar os profissionais de saúde e suas competências no atendimento às parturientes no momento de admissão na maternidade e durante a evolução do trabalho de parto e discutir as competências da equipe de enfermagem nesse atendimento. Foi realizado nas duas maternidades de Rio Branco-AC. A coleta de dados foi realizada em julho de 2005, por meio de observações das competências essenciais em obstetrícia desenvolvidas pelos profissionais de saúde. A estatística descritiva e o teste exato de Fisher foram usados para análise dos dados. Os resultados evidenciaram que os profissionais de enfermagem de nível médio e médicos atuam na admissão e no trabalho de parto. O estudo revela que as instituições apresentam modelos diferenciados quanto a quem cabe a responsabilidade da execução de determinadas competências na atenção à parturiente, não priorizam a qualificação profissional para a assistência à mulher no trabalho de parto.La finalidad de este estudio fue identificar los profesionales de salud y sus competencias en la atención a las parturientes cuando de su admisión en la maternidad y durante la evolución del trabajo de parto; y discutir las competencias del equipo de enfermería en la atención a las parturientes cuando de su admisión en la maternidad y durante la evolución del trabajo de parto. Fue realizado en las dos maternidades del municipio de Rio Branco, Brasil. La recolecta de datos fue realizada en julio de 2005, mediante observaciones sistemáticas de las competencias esenciales en obstetricia desarrolladas por los profesionales de salud. La estadística descriptiva y el teste exacto de Fisher fueron usados para análisis de los datos. Los resultados evidenciaron que los profesionales de enfermería de nivel secundario y médicos actúan en la admisión y en el trabajo de parto. El estudio revela que las instituciones presentan distintos modelos en cuanto a quien es

  16. Prova de Trabalho de Parto Após uma Cesárea Anterior The Trial of Labor After one Cesarean Section

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iracema de Mattos Paranhos Calderon

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: estudar a validade da prova de trabalho de parto (PTP em gestantes com uma cesárea anterior. Métodos: estudo retrospectivo, tipo coorte, incluindo 438 gestantes com uma cesárea anterior ao parto em estudo e seus 450 recém-nascidos (RN, divididas em dois grupos - com e sem PTP. O tamanho amostral mínimo foi de 121 gestantes/grupo. Considerou-se variável independente a PTP e as dependentes relacionaram-se à ocorrência de parto vaginal e à freqüência de complicações maternas e perinatais. Foram efetuadas análises uni e multivariada, respectivamente. A comparação entre as freqüências (% foi analisada pelo teste do qui-quadrado (chi² com significância de 5% e regressão logística com cálculo do odds ratio (OR e do intervalo de confiança a 95% (IC95%. Resultados: a PTP associou-se a 59,2% de partos vaginais. Foi menos indicada nas gestantes com mais de 40 anos (2,7% vs 6,5% e nas portadoras de doenças associadas e complicações da gravidez: síndromes hipertensivas (7,0% e hemorragias de 3º trimestre (0,3%. A PTP não se relacionou às complicações maternas e perinatais. As gestantes que tiveram o parto por cesárea, independente da PTP, apresentaram maior risco de complicações puerperais (OR = 3,53; IC95% = 1,57-7,93. A taxa de mortalidade perinatal foi dependente do peso do RN e das malformações fetais e não se relacionou à PTP. Ao contrário, as complicações respiratórias foram mais freqüentes nos RN de mães não testadas quanto à PTP (OR = 1,92; IC95% = 1,20-3,07. Conclusões: os resultados comprovaram que a PTP em gestantes com uma cesárea anterior é estratégia segura - favoreceu o parto vaginal em 59,2% dos casos e não interferiu com a morbimortalidade materna e perinatal. Portanto, é recurso que deve ser estimulado.Purpose: to study trial of labor (TOL for vaginal birth after one previous cesarean section. Methods: this is a retrospective cohort study that included 438 pregnant women with

  17. Assistência ao parto no Município do Rio de Janeiro: perfil das maternidades e o acesso da clientela Obstetric care during childbirth in Rio de Janeiro: hospital practices and user access

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Pacheco Campos

    2000-06-01

    Full Text Available Neste trabalho analisou-se a assistência ao parto, caracterizando o perfil das principais maternidades e o deslocamento da clientela, ou seja, o fluxo entre residência e local de nascimento. Os indicadores utilizados foram construídos a partir do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC em 1995 e da Pesquisa sobre Assistência Médico-Sanitária (AMS, com dados para 1992. Através de classificação multivariada foram identificados dois tipos de maternidades: um com grande número de partos cesáreos, boas condições da parturiente e recém-nato; e outro com maior proporção de partos espontâneos e indicadores que apontam riscos do recém-nascido. As proporções de: mães com escolaridade igual ou superior ao ensino médio, mães adolescentes e partos cesáreos são os indicadores que melhor caracterizaram os grupos. Identificou-se grande heterogeneidade na distribuição espacial das maternidades, concentrados nas regiões mais ricas da cidade, determinando, conseqüentemente, longos trajetos das gestantes na busca da assistência ao parto.The purpose of this paper is to identify and describe Rio de Janeiro maternity hospital profiles and the route between the mother's place of residence and the hospital. Data sources were: the State Live Birth Information System (1995 and the National Survey on Medical Care (1992. Two groups of maternity hospitals were identified using multivariate cluster analysis. Group A had an extremely high cesarean rate (81%, with mothers and neonates presenting good health conditions. Cesarean rates were lower in Group B, although still high (32%, and other variables reflected worse neonatal conditions. Cesarean rate was the indicator which best discriminated between the groups, followed by proportion of adolescent mothers and mothers with a high school education. The uneven spatial distribution of maternity hospitals, which were concentrated in the richest area of the city, was a factor in the long

  18. Analgesia de parto: estudo comparativo entre anestesia combinada raquiperidural versus anestesia peridural contínua Analgesia de parto: estudio comparativo entre anestesia combinada raqui-peridural versus anestesia peridural continua Labor analgesia: a comparative study between combined spinal-epidural anesthesia versus continuous epidural anesthesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto de Figueiredo Côrtes

    2007-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O alívio da dor no trabalho de parto tem recebido atenção constante visando ao bem-estar materno, diminuindo o estresse causado pela dor e reduzindo as conseqüências deste sobre o concepto. Inúmeras técnicas podem ser utilizadas para analgesia de parto. Este trabalho teve como objetivo comparar a técnica peridural contínua com a combinada, ambas com o uso de bupivacaína a 0,25% em excesso enantiomérico 50% e fentanil como agentes. MÉTODO: Participaram do estudo 40 parturientes em trabalho de parto com dilatação cervical entre 4 e 5 cm que foram distribuídas em dois grupos iguais de forma aleatória. O Grupo I recebeu anestesia peridural contínua. O Grupo II recebeu anestesia combinada. Foram avaliados: medidas antropométricas, idade gestacional, dilatação cervical, tempo entre o bloqueio e a ausência de dor por meio da escala analógica visual, possibilidade de deambulação, tempo entre o início da analgesia e a dilatação cervical completa, duração do período expulsivo, parâmetros hemodinâmicos maternos e vitalidade do recém-nascido. Possíveis complicações, como depressão respiratória, hipotensão arterial materna, prurido, náuseas e vômitos, também foram observadas. Para a comparação das médias utilizou-se o teste t de Student e para a paridade e tipo de parto utilizou-se o teste do Qui-quadrado. RESULTADOS: Não houve diferença estatística significativa entre os dois grupos em relação ao tempo entre o início da analgesia e a dilatação cervical completa, bem como em relação ao tempo da duração do período expulsivo, incidência de cesariana relacionada com a analgesia, parâmetros hemodinâmicos maternos e vitalidade do recém-nascido. CONCLUSÕES: Ambas as técnicas se mostraram eficazes e seguras para a analgesia do trabalho de parto, embora a técnica combinada tenha proporcionado um rápido e imediato alívio da dor. Estudos clínicos com maior número de casos s

  19. Indicadores de cuidados para o corpo que pro-cria: ações de enfermagem no pré-trans e pós-parto - uma contribuição para a prática de enfermagem obstétrica Indicadores de cuidados para el cuerpo que procrea: acciones de enfermería en el pre, trans y post-parto - una contribuición para la práctica del oficio de enfermero en obstetricia Care indicators for the body that procreates: nursing actions before, during and after delivery - a contribution to obstetrical nursing practice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nébia Maria Almeida de Figueirêdo

    2004-12-01

    Full Text Available Este estudo é o resultado de dinâmicas entendidas como Cenas de Produção Estética feitas com 28 profissionais de ensino e de serviços de enfermagem para responder a questão: o que se produz sobre o corpo em trabalho de parto quando cuidamos dele no pré, trans e pós - parto? Os objetivos do estudo, que é de natureza qualitativa, foram identificar e discutir as ações nestes momentos em que o corpo da mulher dá origem a uma outra vida. Três categorias surgiram como resultado: 1 O cuidado do corpo em trabalho de parto a (indevida invasão e a violência velada; 2 O (descuidado do corpo que (expulsa outro corpo a invasão e a violência mostrada; 3 O (descuidado do corpo vazio: "cansaço e solidão" "a violência do abandono". Estas categorias apontam que existem cuidados para esta clientela como cuidados para a saúde os quais devem evitar a violência sobre o corpo da mulher em processo de parto.Este estudio es el resultado de dinámicas comprendidas como Escenas de Producción Estética hechas con 28 profesionales de la enseñanza y de servicios de enfermería para responder a la cuestión: ¿Lo qué se produce sobre el cuerpo en trabajo de parto cuando prestamos cuidados antes, durante y tras el parto? Los objetivos del estudio, del tipo cualitativo, fueron identificar y discutir las acciones en estos momentos en que el cuerpo de la mujer da origen a una otra vida. Tres categorías surgieron como resultado: 1. El cuidado del cuerpo en trabajo de parto: la (indebida invasión y la violencia velada; 2. El (descuidado del cuerpo que (expulsa otro cuerpo: la invasión y la violencia mostrada; 3. El (descuidado del cuerpo vacío: "cansancio y soledad" "La violencia del abandono". Estas categorías apuntan que existen cuidados a la salud de esta clientela, que deben evitar la violencia sobre el cuerpo de la mujer en proceso del parto.This study results from dynamics seen as Scenes of Esthetical Production, which were accomplished with 28

  20. O impacto da depressão pós-parto para a interação mãe-bebê The impact of postpartum depression to mother-child interaction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Delias de Sousa Schwengber

    2003-12-01

    Full Text Available O presente artigo examina algumas questões teóricas e estudos empíricos a respeito do impacto da depressão pós-parto para a interação mãe-bebê. Analisam-se as características da depressão pós-parto e fatores de risco associados à sua ocorrência. Discutem-se, em particular, as repercussões do estado depressivo da mãe para a qualidade da interação com o bebê e, conseqüentemente, para o desenvolvimento posterior da criança. Os estudos revisados sugerem que a depressão pós-parto afeta a qualidade da interação mãe-bebê, especialmente no que se refere ao prejuízo na responsividade materna. Por outro lado, apontam que os efeitos da depressão da mãe na interação com o bebê dependem de uma série de fatores, o que não permite a realização de um prognóstico baseado em fatores isolados.The present article examines some theoretical aspects and empirical studies related to the impact of postpartum depression to mother-child interaction. The characteristics of postpartum depression and the risk factors related to its occurrence are also examined. Furthermore, it discusses the consequences of maternal depressed state to mother-child interaction and to child development. The revised studies suggest that postpartum depression negatively affects the mother-child interaction quality, particularly maternal responsivity. On the other hand, studies show that postpartum depression effects on mother-child interaction depend on various factors, which makes it impossible for us to make predictions based on any isolated factor.

  1. Depressão pós-parto: evidências a partir de dois casos clínicos Postpartum depression: evidence from two clinical cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giana Bitencourt Frizzo

    2010-04-01

    Full Text Available O presente estudo examinou a conjugalidade em duas famílias em que a esposa apresentava depressão pós-parto, com base no Inventário Beck de Depressão e em uma entrevista diagnóstica. Os maridos não apresentavam depressão. Foi utilizado delineamento de estudo de casos para investigar como a conjugalidade era vivenciada nesse contexto. As entrevistas foram realizadas individualmente com ambos membros do casal, tendo sido gravadas e posteriormente transcritas. Os resultados revelaram que a conjugalidade estava sendo experienciadas com dificuldades em ambas as famílias, mas de maneira particular em cada caso, especialmente com relação à comunicação entre o casal e conseqüente estrutura da relação conjugal. Os resultados corroboraram a literatura, que associa a depressão com dificuldades na conjugalidade, mas indicam que há diferentes aspectos que podem ser afetados em cada família.The present study investigated the conjugality in two families in which the wife had postpartum depression, according to the Beck Depression Inventory and a diagnostic interview. The husbands did not have depression. A case-study design was used in order to analyze how conjugality was being experienced in this context. The interviews were individually conducted with both members of the couple. They were audiotaped and transcribed. The results revealed that the conjugality was being experienced with difficulties in both families, but in a particular way in each case, especially regarding the communication between the couple and the structure of the matrimonial relationship. The results corroborated with the literature, which associates the depression with difficulties in the conjugality, but they indicate that there are different aspects that may be affected in each family.

  2. Fístula carótido-cavernosa asociada al parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Magaña-García

    2016-07-01

    Conclusión: Este caso nos parece interesante al tratarse de una fístula carótido-cavernosa de alto flujo asociada al parto. Esto no representa la etiología más frecuente, ni el cuadro clínico que se esperaría encontrar en una presentación espontánea debida a este suceso.

  3. Parto prematuro de adolescentes: influência de fatores sociodemográficos e reprodutivos, Espírito Santo, 2007 Parto prematuro en adolescentes: la influencia de variables sociodemográficas y reproductivas, espírito santo, 2007 Premature childbirth in adolescents: influences of sociodemographic and reproductive factors, espírito santo, 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Rocha Araújo Nader

    2010-06-01

    Full Text Available A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública, podendo trazer consequências negativas para a adolescente, sua família e para o concepto/recém-nascido. Objetivos: Identificar diferenças entre as características sociodemográficas e reprodutivas das mães adolescentes com parto a termo e com parto pré-termo, no Espírito Santo em 2007. Metodologia: Estudo retrospectivo quantitativo. Os dados foram coletados no Sistema de Informação de Nascidos Vivos, sendo realizada análise descritiva de 9.841 Declarações de Nascidos Vivos. A relação entre a variável dependente (termo e fatores foi testada pelo teste exato de Fisher, com á=0,05. Os resultados evidenciaram que as diferenças nas características das mães adolescentes com parto a termo e pré-termo ocorreram nas seguintes variáveis: idade entre 10 a 14 anos (p=0,016, estado civil casada (p=0,014, número de consultas pré-natais quando insuficientes (p=0,000 e gestação dupla (p=0,000. Houve maior incidência de partos prematuros no Sistema Único de Saúde (p=0,000.El embarazo en la adolescência es un problema de salud pública, que puede traer consecuencias negativas para la adolescente, su familia y para el concepto/recién-nacido. Objetivos: Identificar las diferencias entre las características sociodemográficas y reproductivas de las madres adolescentes con parto a término y con parto pre-término, en Espírito Santo en 2007. Metodología: Estudio retrospectivo cuantitativo. Los datos fueron recolectados en el Sistema de Información de Nascidos Vivos, siendo realizado un análisis descriptivo de 9.841 declaraciones de nacidos vivos. La relación entre la variable dependiente (término y factores fue probada mediante la prueba de probabilidad exacta de Fisher, con á=0,05. Los resultados evidenciaron que las diferencias en las características de las madres adolescentes con parto a término y parto pre-término se dieron bajo las siguientes variables: edad

  4. ESTIMACIÓN DE LA HEREDABILIDAD DEL INTERVALO DE PARTOS EN BOVINOS CRUZADOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oscar Vergara G

    2008-04-01

    Full Text Available Objetivo. Estimar la heredabilidad del intervalo de partos en bovinos cruzados. Materiales y métodos. Se utilizó información de la base de datos de la hacienda La Leyenda, ubicada en el municipio de Caucasia (Antioquia. Se realizó un análisis uni-característico empleando el modelo animal. En el modelo se consideraron los efectos fijos del grupo genético, año de nacimiento, época de nacimiento y el número de partos y como efectos aleatorios, el efecto aditivo directo, de ambiente permanente y residual. Resultados. Se obtuvo una heredabilidad de 0.15 ± 0.07 y una media fenotípica de 544 ± 97 días. Conclusión. La heredabilidad para el intervalo de partos fue baja, por lo que se puede lograr poco progreso genético seleccionando para esta característica.

  5. Paternidade no contexto da depressão pós-parto materna: revisando a literatura Fatherhood in the context of maternal postpartum depression: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milena da Rosa Silva

    2009-04-01

    Full Text Available Esta revisão da literatura examina os achados de estudos recentes a respeito da paternidade no contexto da depressão pós-parto materna. Os estudos sobre este tema demonstram forte associação negativa entre depressão pós-parto materna e qualidade do relacionamento conjugal, apoio emocional oferecido pelo pai e seu envolvimento nos cuidados do bebê e no trabalho doméstico. Também têm mostrado que o pai pode diminuir o impacto da depressão materna sobre os filhos, caso mostre-se envolvido e mentalmente saudável, embora sejam raros os estudos descrevendo o modo como se dá a participação do pai nestas famílias. A literatura aponta, ainda, que os maridos de mulheres com depressão encontram-se em situação de risco para o desenvolvimento de psicopatologias, o que sugere que as intervenções clínicas neste contexto devem focalizar também as relações familiares.The literature review examines the findings of recent studies regarding fatherhood in the context of maternal postpartum depression. The studies on this theme demonstrate strong negative association between maternal postpartum depression and the quality of marital relationship, emotional support offered by the father and his involvement in taking care of the baby and in domestic work. They have also shown that the father can reduce the impact of maternal depression on children if he is involved and mentally healthy, although there are few studies describing how fathers participate in these families. The literature also shows that husbands of depressive women are in a risk situation for the development of psychopathology, suggesting that the clinical interventions in this context should also focus on family relationships.

  6. Tempos modernos, novos partos e novas parteiras: o parto no Japão de 1868 aos Anos 1930

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Homei Aya

    2002-01-01

    Full Text Available As shin-sanba, ou 'novas parteiras' medicalizadas, que apareceram durante o período Meiji (1868-1912 no Japão, parecem ter, aos olhos atuais, substituído rapidamente e sem conflito as 'velhas parteiras' (kyû-sanba e as cada vez mais criminalizadas 'parteiras não licenciadas' (mumenkyo-sanba, enquanto a profissão de parteira foi se desenvolvendo progressivamente como profissão médica moderna. Este artigo sugere que a história das parteiras na era moderna foi mais complexa do que aquilo que se imagina atualmente. Primeiro, o surgimento e a prosperidade das shin-sanba estiveram intrinsecamente ligados às contingências do Japão moderno e ao inter-relacionamento de vários grupos de atores históricos - autoridades da higiene, sankai (ginecologistas-obstetras, outras parteiras e 'clientes'. Segundo, ao longo da era moderna, as shin-sanba não substituíram outros tipos de parteiras; na verdade, os diferentes tipos co-existiram. Por fim, a existência e o status das parteiras dependeram em grande parte de um mercado de serviços de saúde marcado pelo laissez-faire, e as realidades desse mercado muitas vezes contradiziam a retórica médica que favorecia as shin-sanba em relação a outros tipos de parteiras.

  7. Body condition score to predict the postpartum fertility of crossbred beef cows Condição corporal na predição da fertilidade pós-parto de vacas de corte cruzadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Ferrugem Moraes

    2007-05-01

    Full Text Available The relationship between changes in body condition score (BCS during the postpartum and fertility in beef cows suckling calves under extensive conditions were investigated. Cows were subjected to four BCS evaluations over the postpartum period, starting around one month after calving. In the second evaluation cows were treated with medroxy-progesterone acetate impregnated pessaries and received an injection of estradiol benzoate. At the third evaluation, pessaries were removed and calves were separated from the cows for 96 hours, during which time estrous was observed twice a day, and animals artificially inseminated 12 hours after detection. When calves returned to their dams, bulls were introduced until a 60-day mating period was reached. The distribution of BCS differed among calving groups and evaluations. Results indicated that only cows comprising a BCS 3 (1 to 5 scale around the first month postpartum can be used in an artificial insemination program with possibilities of becoming pregnant. There was no statistical difference between the calving groups in pregnancy rate. The evolution of the BCS of the cows during postpartum can be used to adjust the start of the breeding season to coincide with the time of the year where herd pregnancy rates will be highest.A relação entre as modificações no escore de condição corporal (BCS e a fertilidade de vacas de corte durante o pós-parto foi examinada em grupos organizados em função das datas dos partos. Foram efetuadas quatro avaliações com início em torno de um mês pós-parto. Na segunda avaliação, as vacas receberam pessários impregnados com acetato de medroxi-progesterona e uma injeção de benzoato de estradiol. Na sua remoção, foi efetuada a terceira avaliação e separação dos terneiros durante quatro dias. Durante esse período foi observado cio duas vezes ao dia, sendo as inseminações realizadas 12 horas após. Depois do retorno dos terneiros às vacas, foram

  8. A percepção materna das competências parentais e do ambiente familiar : possíveis influências da depressão pós-parto, satisfação conjugal e suporte social

    OpenAIRE

    Torcato, Sónia Margarida Gomes

    2015-01-01

    Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2015 Objetivos: O objetivo deste estudo é investigar a influência da depressão pós-parto na perceção materna das competências parentais e do ambiente familiar. Em particular, pretende-se investigar se a depressão pós-parto, a satisfação conjugal e a existência de suporte social têm influência no modo como as mães percecionam as suas...

  9. Partos domiciliares planejados assistidos por enfermeiras obstétricas: transferências maternas e neonatais Partos domiciliarios planificados atendidos por enfermeras obstétricas: traslados maternales y neonatales Planned home births assisted by nurse midwives: maternal and neonatal transfers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Green Koettker

    2013-02-01

    Full Text Available O presente trabalho trata-se de estudo exploratório-descritivo que teve como objetivo descrever a taxa e as causas de transferência intraparto para o hospital de mulheres assistidas no domicílio por enfermeiras obstétricas e os desfechos desses nascimentos. A amostra foi composta por onze mulheres e seus recém-nascidos, de janeiro de 2005 a dezembro de 2009. Os dados foram coleta-dos em prontuários e cadernetas de saúde e analisados por estatística descritiva. A taxa de transferência foi de 11%, a maioria de nulíparas (63,6%, e todas foram transferidas durante o primeiro período clínico do parto. Os motivos mais frequentes de transferência foram parada de dilatação cervical e progressão da apresentação fetal, e desproporção cefalopélvica. Os escores de Apgar no 1º e 5º minutos foram >7 em 81,8% dos casos e não houve internação em unidade de terapia intensiva neonatal. Neste estudo constatou-se que o parto domiciliar planejado assistido por enfermeiras obstétricas, com protocolo assistencial, apresentou bons resultados maternos e neonatais, mesmo quando a transferência para o hospital foi necessária.Estudio exploratorio descriptivo que objetivó describir la tasa y causas de traslados hospitalarios intraparto a mujeres atendidas en domicilio por enfermeras obstétricas y los desenlaces de tales nacimientos. Muestra compuesta por once mujeres y sus recién nacidos, de enero 2005 a diciembre 2009; datos recolectados a partir de historia clínicas y carpetas de salud, analizadas por estadística descriptiva. La tasa de traslado fue 11,0%, mayoritariamente de nulíparas (63,3%, todas ellas trasladadas durante el primer período clínico del parto. Los motivos más frecuentes obedecieron a interrupción de dilatación cervical, progresión de presentación fetal y desproporción cefalopélvica. Los puntajes de Apgar en minutos 1 y 5 fueron >7 en 81,8% de los casos, no produciéndose internación en unidad de terapia

  10. Relação entre depressão pós-parto e apoio social: revisão sistemática da literatura = The relationship between postpartum depression and social support: a literature review = Relación entre depresión posparto y apoyo social: revisión sistemática de la literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho, Flávia Almeida de

    2014-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de fazer uma revisão sistemática da literatura científica a respeito da relação entre depressão pós-parto (DPP e apoio social, realizou-se um levantamento de artigos online que estabelecessem essa relação. A busca de trabalhos publicados no período de janeiro de 2000 a agosto de 2011 foi realizada nas bases de dados APA PsycNET, EBSCOhost, Pepsic, PubMed e Scielo. Foram selecionados estudos escritos em português ou inglês, que utilizaram método quantitativo, a Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo (EDPE para avaliar DPP, aplicada entre o parto e 12 meses após o parto, e medidas de apoio social. Identificaram-se 24 artigos, realizados em 11 países. Foram examinados, além da associação com apoio social, o número e a idade das participantes, escores de EDPE e outros fatores relacionados com a ocorrência de DPP. Embora usando diferentes instrumentos para avaliar o apoio social, 23 estudos (96% da amostra sugeriram que quanto maior o apoio social percebido pelas mães, menor a ocorrência de DPP. Os resultados mostram, especialmente para profissionais e serviços de saúde, a importância da detecção precoce dos indícios de depressão e do incentivo à adoção de práticas de apoio social nos cuidados à mulher durante e após a gestação

  11. Baixa dose de misoprostol sublingual (12,5 µg para indução do parto Low dose of sublingual misoprostol (12.5 µg for labor induction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Sofia de Moraes Barros Gattás

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os resultados maternos e perinatais utilizando 12,5 µg de misoprostol sublingual para indução do parto em gestantes com feto vivo a termo. MÉTODOS: Realizou-se um estudo multicêntrico, tipo ensaio clínico, aberto e não randomizado, no período de julho a dezembro de 2009. Foram incluídas 30 gestantes com indicação de indução do parto, a termo, feto vivo, escore de Bishop menor ou igual a seis, apresentação cefálica, peso fetal estimado menor que 4.000 g e índice de líquido amniótico maior que cinco. Foram excluídas mulheres com cicatriz uterina, alteração da vitalidade fetal, anomalias congênitas, gestação múltipla, restrição de crescimento intrauterino, hemorragia genital e contraindicações ao parto vaginal. O comprimido de misoprostol sublingual 12,5 µg foi administrado a cada seis horas, até o início do trabalho de parto, máximo de oito doses. RESULTADOS: O trabalho de parto foi induzido satisfatoriamente em 90% das gestantes. As médias dos intervalos entre a primeira dose e o início das contrações uterinas e o parto foram de 14,3±11,7 horas e 25,4±13 horas, respectivamente. A frequência de parto vaginal foi de 60%. A taquissistolia ocorreu em duas gestantes, sendo revertida em ambos os casos sem necessitar de cesariana. A eliminação de mecônio foi observada em quatro pacientes e o escore de Apgar foi menor que sete no quinto minuto em um recém-nascido. CONCLUSÃO: Os desfechos maternos e perinatais foram favoráveis depois da indução do parto com misoprostol sublingual na dose de 12,5 µg a cada seis horas. No entanto, são necessários ensaios clínicos controlados comparando esse esquema posológico com outras doses e vias de administraçãoPURPOSE: To describe the maternal and perinatal outcomes after the use of 12.5 µg of sublingual misoprostol for labor induction in women with term pregnancy and a live fetus. METHODS: We conducted a multicenter, open and non

  12. The meaning given by the healthcare professional to labor and humanizing delivery El significado dado por el profesional de salud al trabajo de parto y parto humanizado O significado dado pelo profissional de saúde para trabalho de parto e parto humanizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra dos Santos Mabuchi

    2008-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To understand the meaning the healthcare professional in charge of the woman in childbirth gives to labor and humanizing delivery. METHODS: This is a qualitative research with a phenomenological perspective. Seven physicians and four nurses working at the obstetric center of a public hospital in the city of São Paulo were interviewed. RESULTS: After data analysis, two subthemes emerged: Understanding labor and humanizing delivery as a group of differentiated healthcare and behavioral measures, and Identifying failures in the search for healthcare humanization. CONCLUSION: The study showed that there are still disagreements regarding what is understood as humanizing delivery and what is done in practice. Humanization remains a government policy that is far from efficient, not only because of infrastructural deficits or financial shortages, but because of a lack of contact with the theme, resulting in healthcare that is not individualized or human.OBJETIVO: Comprender el significado que el profesional de salud que atiende a la parturienta, da al trabajo de parto y parto humanizado. MÉTODOS: Se trata de uma investigación cualitativa con perspectiva fenomenológica. Fueron entrevistados siete médicos y cuatro enfermeras que trabajaban en el Centro Obstétrico de un hospital público del Municipio de Sao Paulo. RESULTADOS: Después del análisis de los datos emergieron dos subtemas: Comprendiendo el trabajo de parto y parto humanizado como un conjunto de medidas asistenciales y de comportamiento diferenciado, e Identificando fallas en la búsqueda de la humanización de la asistencia, los cuales al ser sintetizados dieron origen al fenómeno mayor de la experiencia de los sujetos: Vivenciando la desarmonía entre teoría y práctica en la búsqueda de la humanización de la asistencia. CONCLUSIÓN: En el estudio se evidenció que aun hay discordancia referente a lo que se entiende por parto humanizado y lo que se realiza en la pr

  13. FACTORES AMBIENTALES Y GENÉTICOS QUE INFLUYEN SOBRE LA EDAD AL PRIMER PARTO EN HEMBRAS DE LA RAZA ROMOSINUANO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Suárez

    2006-05-01

    Full Text Available Objetivo. Estudiar los factores ambientales y genéticos que influyen sobre la edad al primer parto dehembras romosinuano. Materiales y métodos. Fueron estudiados 932 datos de la edad al primer partode hembras de la raza Romosinuano, nacidas en el Centro de Investigación Turipaná de CORPOICA,Cereté, Colombia, en el período de 1980 a 2001. Para el estudio de los factores ambientales se utilizóel análisis de varianza mediante modelos lineales utilizando el procedimiento GLM de SAS (1995.Resultados. La edad al primer parto fue de 1162.3±4.2 días, con un coeficiente de variación del 11.19%.El análisis de varianza reveló que el año y mes de nacimiento fueron causas estadísticamente significativasde variación de la edad al primer parto. La heredabilidad, calculada por la correlación intraclase entremedias hermanas paternas fue de 0.16±0.08. Conclusión. El año y mes de nacimiento influyeron en laedad al primer parto de hembras romosinuano, pero la heredabilidad de la edad al primer parto y elsexo de la cría no se constituyen en características importantes a tener en cuenta.

  14. Incidência do near miss materno no parto e pós-parto hospitalar: dados da pesquisa Nascer no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Augusto Bastos Dias

    2014-08-01

    Full Text Available Este estudo avaliou os dados sobre a incidência do near miss materno, identificados segundo os critérios da Organização Mundial da Saúde, na pesquisa Nascer no Brasil. O estudo foi realizado entre fevereiro/2011 e outubro/2012 e os resultados apresentados são estimativas para a população estudada (2.337.476 partos, baseados na amostra de 23.894 puérperas entrevistadas. Os resultados mostraram uma incidência de near miss materno de 10,21 por mil nascidos vivos e uma razão de mortalidade do near miss materno de 30,8 casos para cada morte materna. Os critérios clínicos para identificação do near miss materno foram os mais prevalentes e tiveram incidência de 5,2 por mil nascidos vivos. O near miss materno esteve associado com a idade materna de 35 anos ou mais (RR = 1,6; IC95%: 1,1-2,5, com história de cesariana anterior (RR = 1,9; IC95%: 1,1-3,4 e gestação de risco (RR = 4,5; IC95%: 2,8-7,0. Os hospitais localizados nas capitais (RR = 2,2; IC95%: 1,3-3,8 e os pertencentes ao SUS (RR = 3,2; IC95%: 1,6-6,6 também apresentaram maior incidência de casos de near miss materno. A qualificação dos serviços de assistência ao parto pode ajudar a reduzir a mortalidade materna no Brasil.

  15. Bibliografia comentada sobre a assistência ao parto no Brasil (1972-2002 An annotated bibliography on childbirth in Brazil (1972-2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia Mott

    2002-07-01

    Full Text Available A organização desta bibliografia teve por objetivos: 1 divulgar trabalhos sobre a assistência ao parto no Brasil, produzidos em diferentes áreas de conhecimento (história, antropologia, enfermagem, medicina, assistência social, psicologia e sociologia; 2 colocar em contacto pesquisadores que trabalham o tema; 3 dar espaço para assuntos, abordagens e autores não contemplados no dossiê. Foram referenciados e resumidos 77 trabalhos (artigos, dissertações, teses, relatórios, cartilha, produzidos por cerca de 50 autores, publicados ou realizados entre 1972 e 2002.The organization of this bibliography aimed at 1 publishing studies on birth assistency in Brazil, produced in different fields of knowledge (history, anthropology, nursing, medicine, social assistance, psychology, and sociology, 2 bringing researchers - on the into contact and 3 opening space for subjects, approaches and authors not included in the Dossier. The list references and summarizes 76 works (papers, theses, dissertations, reports, primers by about 50 authors, published or produced between 1972 and 2002.

  16. Costos de la analgesia epidural de parto. Instituto Nacional Materno Perinatal. Enero 2006

    OpenAIRE

    Arias Lazarte, Silvia E.; Montes Ruiz, Celina H.; Arias Lazarte, Gladys C.

    2010-01-01

    Objetivo: Determinar el costo unitario y el costo operacional, para identificar los elementos y más importantes variables. Material y método: Diseño: retrospectivo, descriptivo y transversal. Los pacientes fueron 53 mujeres en trabajo de parto. Ellas reciberon analgesia epidural en enero de 2006 en el Instituto Nacional Materno Perinatal INMP. El instrumento utilizado fue una encuesta para analizar los costos. Los tipos de costos fueron calculados por la metodología del sistema de"información...

  17. El parto pretérmino: detección de riesgos y tratamientos preventivos

    OpenAIRE

    Althabe Fernando; Carroli Guillermo; Lede Roberto; Belizán José M.; Althabe Omar H.

    1999-01-01

    Todos los años nacen en el mundo alrededor de 13 millones de niños prematuros. La mayor parte de esos niños nacen en países en desarrollo y constituyen el componente principal de la morbilidad y la mortalidad perinatales. En el presente estudio de revisión se analizaron los datos científicamente validados sobre las intervenciones que se emplean con la intención de evitar al menos una parte de los partos pretérmino y disminuir su impacto en la salud neonatal. Se consultaron las bases de datos ...

  18. EL CUIDADO PERCIBIDO DURANTE EL PROCESO DE PARTO: UNA MIRADA DESDE LAS MADRES

    OpenAIRE

    Bravo V, Paulina; Uribe T, Claudia; Contreras M, Aixa

    2008-01-01

    Antecedentes: La humanización de la atención de salud constituye un foco de interés social, transformándose en una estrategia que permite incrementar el bienestar de los usuarios. En salud de la mujer, el cuidado humanizado, tiene especial importancia en la atención del parto. En él, mujer e hijo/a experimentan una situación de vulnerabilidad y el buen cuidado recibido, constituye un elemento clave en la percepción de satisfacción y bienestar referido por la mujer. Objetivo: Responder la preg...

  19. Efectos del bajo peso materno preconcepcional sobre el embarazo y el parto

    OpenAIRE

    López Montero, Maribel; Trufero Cánovas, Norma

    2006-01-01

    Se realizó un estudio de cohorte no concurrente pareado 1:1 para investigar los efectos del bajo peso materno preconcepcional (malnutrición materna por defecto) sobre el embarazo, el parto y el recién nacido en el Policlínico Finlay del municipio Camagüey desde octubre de 2002 hasta abril de 2004. Fueron estudiadas 51 gestantes malnutridas por defecto y 51 embarazadas sin riesgo. Los datos fueron tomados a partir de los registros oficiales de la atención perinatal complementados con una encue...

  20. EDAD AL PRIMER PARTO EN VACAS HOLSTEIN DE LECHERÍA ESPECIALIZADA EN COSTA RICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauren Salazar-Carranza

    2013-01-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo fue determinar la edad al primer parto (EPP en vacas Holstein pu- ras en lecherías especializadas de Costa Rica. Se realizó un es- tudio longitudinal prospectivo histórico con 46 029 animales de raza Holstein pura de lechería especializada de Costa Rica, durante el periodo comprendido entre los años 2000 y 2010. Se incluyeron los datos de vacas que contaban con registros completos para todas las variables del estudio, registrados en el programa VAMPP Bovino 3.0. Se calculó la EPP por las variables de zona ecológica, la época de nacimiento, el año de parto, el índice de endogamia, el número de lactancias de la madre y el tipo de parto que dio origen al animal en estudio. Los datos fueron analizados por medio de estadística descrip- tiva (porcentajes, promedios, desviación estándar [DE] y el cálculo de intervalos de confianza (IC95%. La EPP prome- dio fue 30,7 meses (D.E: 6,8; IC 95%: 30,6 – 30,8. Durante el periodo, el promedio de la EPP varió entre los 30 y 31 meses; sin embargo, en los años 2006 y 2007 mostró una tendencia a disminuir. La EPP presentó diferencias significativas entre estratos según la época de nacimiento, el número de lactancia de la madre, la zona ecológica, el año de nacimiento, el tipo de parto de la madre y el coeficiente de endogamia de la vaca. Al igual que las tendencias mundiales, mostró tendencia a decrecer en Costa Rica; y las variables de animal, tiempo y ambiente mostraron un efecto sobre la EPP. Excepto el coefi- ciente de endogamia (a mediano y largo plazo, esos factores no son modificables en condiciones de pastoreo, que son los imperantes en la gran mayoría de fincas estudiadas.

  1. Expresiones de violencia institucionalizada en el parto: una revisión integradora

    OpenAIRE

    Cassiano, Alexandra do Nascimento; Santos, Milena Gabriela dos; Santos, Flávia Andréia Pereira Soares dos; Holanda, Cristyanne Samara Miranda de; Leite, Jovanka Bitenkout Carvalho; Maranhão, Tercia Maria de Oliveira; Enders, Bertha Cruz

    2016-01-01

    Este estudio tuvo como objetivo sintetizar la literatura científica publicada en artículos sobre las formas de violencia institucionalizada que se producen durante el parto. Se trata de una revisión integradora realizada en bases SCIELO, SCOPUS, PubMed y LILACS, utilizando los descriptores Childbirth AND "Parturition" AND "Obstetric" AND "Violence". 13 artículos fueron seleccionados tras atender los criterios de inclusión y exclusión. Del análisis de los estudios emergieron cinco categorías, ...

  2. Mujeres violentadas durante el embarazo y el parto: experiencias de parteras en Jalisco, México

    OpenAIRE

    Villaseñor F, Martha; Laureano E, Jorge; Mejía M, Martha L; Valadez F, Isabel; Márquez A, José M; González A, Jaime A

    2014-01-01

    OBJETIVO: explorar la experiencia y perspectiva de parteras con mujeres violentadas durante el embarazo y el parto en Jalisco, México. METODOLOGIA: se llevó a cabo un estudio cualitativo en zona rural de Jalisco, México, entre mayo y octubre de 2011 con 24 parteras, utilizando la entrevista individual, modalidad historia de vida pautada y la asamblea participativa regional como técnicas de indagación; posteriormente, los discursos fueron analizados bajo el modelo actancial semiótico. RESULTAD...

  3. Autonomía, heteronomía y vulnerabilidad en el proceso de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Goberna Tricas, Josefina

    2012-04-01

    Full Text Available Resumen: Objetivo principal: Indagar en los principios éticos de autonomía y vulnerabilidad en la atención al partoMetodología: Reflexión ético-filosófica.Resultados principales: El parto es un proceso en que las vivencias corporales deben objetivrse en el “Yo materno”. Una transición harmoniosa entre las fases “corporales” de las contracciones y las fases de objetivación de las sensaciones, que se produce en los periodos intercontráctiles permiten una vivencia en que la mujer mantiene el control de la situación. Cuando esta transición no tiene lugar de forma adecuada la mujer se siente frágil y es vulnerable.Conclusión principal: El parto es por definición una situación vulnerable en la que los profesionales deben ejercer el cuidado. Siempre existen aspectos unidos a la corporalidad del proceso que no podrán anticiparse en la elaboración del plan de parto, por ello en el proceso asistencial y en la actuación profesional a la competencia técnica es fundamental añadir las habilidades humanas de cuidado, compasión y acompañamiento.Abstract: Main objective: To investigate about the ethical principles of autonomy and vulnerability in the childbirth care. Methodology: Ethical and philosophical reflection.Main results: Birth is a process in which the corporal experiences must be objectify in the “maternal Me” A harmonious transition between body contractions phases and the phases of objectification of the sensations, which occurs during “intercontractions’ periods”, it allows an experience in which women retain control of the situation. When this transition takes place with difficulty, women feel weak and vulnerable.Main conclusion: Delivery process is a vulnerable situation in which professionals should look after with care. There are aspects linked to the bodily aspect of the process which cannot be anticipated in developing the “Birth plan”, so in the care process’ performance and in the technical

  4. PARTO PRETÉRMINO Y SUFRIMIENTO FETAL SECUNDARIOS A PERITONITIS POR APENDICITIS AGUDA PERFORADA

    OpenAIRE

    Hidalgo M,Juan José; Molina P,Marta; Varo GM,Begoña; Rivas R,Salvador; Bernabeu A,José Ramón; Perales M,Alfredo

    2009-01-01

    La apendicitis aguda es la urgencia quirúrgica no obstétrica más frecuente durante el embarazo. Se ha asociado a parto pretérmino y a morbimortalidad fetal y materna, especialmente cuando se complica con peritonitis. Los cambios anatómicos, fisiológicos y bioquímicos que se producen durante la gestación pueden alterar los síntomas y signos típicos asociados a la apendicitis. Esto puede retrasar el diagnóstico y dar lugar a un aumento de la morbimortalidad materna y fetal. Presentamos el caso ...

  5. Efetividade de estratégias não farmacológicas no alívio da dor de parturientes no trabalho de parto La efectividad de estratégias no farmacológicas en el alivio del dolor de parturientas en el trabajo de parto Effectiveness of non-pharmacological strategies in relieving labor pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Marie Barbosa Davim

    2009-06-01

    Full Text Available Objetivou-se no estudo avaliar a efetividade de estratégias não-farmacológicas para o alívio da dor de parturientes no trabalho de parto. Ensaio clínico do tipo intervenção terapêutica antes e após, realizado em uma maternidade pública de Natal/RN - Brasil, com 100 parturientes na aplicação de exercícios respiratórios, relaxamento muscular, massagem lombossacral e banho de chuveiro. Utilizou-se a escala analógica visual para coleta de dados. A maioria das parturientes tinha entre 20 a 30 anos de idade (60%, ensino fundamental incompleto (85%, renda familiar de até 2 salários mínimos (74% e 78% estavam com acompanhantes. A ocitocina foi administrada em 81% dos casos, mas 15% não receberam qualquer medicação. Verificou-se diferença significativa no alívio da dor após a aplicação das ENF, demonstrando redução dessa dor à medida que aumentava a dilatação do colo. Conclui-se que as estratégias foram efetivas no alívio da intensidade da dor das parturientes estudadas durante o trabalho de parto.El objetivo del estudio fue evaluar la efectividad de las estrategias no farmacológicas para aliviar el dolor de parturientas en el trabajo de parto. Se trata de un ensayo clínico con un tipo de intervención terapéutica antes y después, realizado en una maternidad pública de Natal/RN - Brasil, con 100 parturientas en la aplicación de ejercicios respiratorios, relajamiento muscular, masaje lumbosacra y baño de ducha. Se utilizó, para recolectar los datos, la escala analógica visual. La mayoría de las parturientas tenía entre 20 y 30 años de edad (60%, enseñanza fundamental incompleta (85%, renta familiar hasta 2 salarios mínimos (74%, 78% estaban con acompañantes. La oxitocina fue administrada en 81% de los casos y 15% no recibieron ningún medicamento. Se verifico una diferencia significativa en el alivio del dolor después de la aplicación de las ENF, demostrando una reducción de ese dolor en la medida que

  6. Impacto da idade materna sobre os resultados perinatais e via de parto Impact of maternal age on perinatal outcomes and mode of delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graciete Helena Nascimento dos Santos

    2009-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a associação entre idade materna, resultados perinatais e via de parto. MÉTODOS: foram analisadas as informações de todas as pacientes atendidas no Serviço de Obstetrícia e Ginecologia de um hospital universitário terciário do Maranhão, no período de Julho a Dezembro de 2006. Foram alocadas em três grupos: adolescentes (10 a 19 anos, adultas (20 a 34 anos e mulheres de idade avançada (>35 anos. As variáveis estudadas foram cor, escolaridade, situação conjugal, renda familiar, paridade, número de consultas no pré-natal, idade gestacional no início do pré-natal, local do pré-natal, duração da gestação, tipo de parto, índice de Apgar no quinto minuto e peso ao nascer. Os dados foram processados no programa Epi-Info versão 3.4.1 e foram analisadas as associações entre as variáveis pela razão dos produtos cruzados, a Odds Ratio (OR, com intervalo de confiança (IC de 95%. O nível de significância adotado foi de 0,05. RESULTADOS: em 2.196 pacientes, foi verificada frequência de 25% dos partos em adolescentes, 69% em adultas e 6% de mulheres em idade avançada. Entre as adolescentes foi verificado maior risco de prematuridade (OR=1,46;IC95%=1,14-1,88 e baixo peso ao nascer (OR=1,47; IC95%=1,13-1,90, maior frequência de partos normais entre todos os grupos (65,2%, além da associação com início tardio do pré-natal (OR=1,86; IC95%=1,43-2,43, menor número de consultas (OR=2,03;IC95%=1,57-2,63 e uso de abortivo no início da gestação (OR=2,34; IC95%=1,38-3,98. Em mulheres com idade avançada constatamos forte associação com diabetes mellitus (OR=9,00; IC95%=3,18-25,19, pré-eclâmpsia (OR=4,38; IC95%=3,02-6,34, ruptura prematura de membranas (OR=5,81; IC95%=3,08-10,89, além de maior chance do índice de Apgar no quinto minuto ser menor que sete (OR=2,90; IC95%=1,37-6,01 e maior frequência de parto operatório cesáreo (60,3%. CONCLUSÕES: a gravidez na adolescência esteve associada a in

  7. Armadilhas da Nova Era: natureza e maternidade no ideário da humanização do parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tornquist Carmen Susana

    2002-01-01

    Full Text Available RESUMO Este artigo trata de caracterizar brevemente o Movimento pela Humanização do Parto e do Nascimento no Brasil, o qual tem buscado promover modificações na assistência ao parto e ao nascimento, sobretudo no âmbito da saúde coletiva. Busca também refletir sobre as noções de Natureza e Maternidade, centrais no ideário do Movimento, bem como os limites de uma noção de empoderamento das mulheres nesse contexto.

  8. Comparación de la atención del parto normal en los sistemas hospitalario y tradicional

    OpenAIRE

    Méndez-González Rosa María; Cervera-Montejano María Dolores

    2002-01-01

    Objetivo. Comparar la atención del parto por vía vaginal entre los sistemas hospitalario y tradicional, para identificar recursos y procedimientos utilizados, y la aparición de complicaciones maternas y neonatales derivadas del tipo de atención. Material y métodos. Estudio transversal realizado en tres hospitales de la ciudad de Mérida y cuatro municipios del estado de Yucatán, México, entre 1989 y 1990. La muestra estuvo constituida por 205 mujeres que tuvieron parto por vía vaginal. Se obse...

  9. Efeito da via de parto sobre a força muscular do assoalho pélvico The influence of the delivery route on pelvic floor muscle strength

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Mércia Pascon Barbosa

    2005-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a influência da via de parto sobre a força muscular do assoalho pélvico (FM-AP. MÉTODOS: estudo clínico de corte transversal, para avaliar a FM-AP pelo teste da avaliação da força do assoalho pélvico (AFA e uso do perineômetro em primíparas, entre 20-30 anos de idade, 4-6 meses pós-parto. A contração, medida pelos dois testes, foi classificada em: zero - ausência, um - leve, dois - moderada e três - normal, sustentada por 6 segundos. Avaliaram-se 94 mulheres, entre 20 e 30 anos, divididas em três grupos: pós-parto vaginal (n=32; pós-cesárea (n=32 e nulíparas (n=30. A variável independente foi a via de parto e a dependente, a FM-AP. A comparação entre os graus de contração foi realizada pelo teste de Kruskal-Wallis e o teste de Dunn para comparações múltiplas; a influência da via de parto pelo teste chi2, o risco relativo (RR para alteração da FM-AP e o coeficiente kappa para avaliar equivalência entre os testes. RESULTADOS: a mediana e 1º e 3º quartil da FM-AP foram menores (p=0,01 pós-parto vaginal (2,0;1-2 e intermediários pós-cesárea (2,0; 2-3 em relação às nulíparas (3,0;2-3, tanto analisadas pelo AFA como pelo perineômetro. Aumentou o RR de exame alterado pós-parto vaginal (RR=2,5; IC 95%: 1,3-5,0; p=0,002; (RR=2,3; IC 95%: 1,2-4,3; p=0,005 e pós-cesárea (RR=1,5; IC 95%: 0,94-2,57; p=0,12; (RR=1,3; IC 95%: 0,85-2,23; p=0,29 pelo PFSE e perineômetro, respectivamente. CONCLUSÕES: o parto vaginal diminuiu a força muscular do AP de primíparas quando comparado com os casos submetidos à cesárea e com as nulíparas.PURPOSE: to evaluate the influence of the delivery route on pelvic floor (PF muscle strength. METHODS: a cross-sectional study was conducted to evaluate PF muscle strength by the pelvic floor strength evaluation (PFSE test and perineometer in primiparous patients aged 20 to 30 years 4 to 6 months after delivery. The categorization was: zero lack of muscle

  10. Intervenções benéficas durante o parto para a prevenção da mortalidade materna Beneficial interventions during delivery for the prevention of maternal mortality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Guilherme Cecatti

    2005-06-01

    Full Text Available O caráter multifatorial das complicações e da mortalidade materna torna difícil e demorada a tarefa de seu controle a longo prazo. A atenção profissional à mulher gestante e/ou parturiente representa seguramente elemento chave para a obtenção de bons resultados, tanto maternos quanto perinatais. Partindo-se do pressuposto de que atenção médica profissional ao parto de maneira adequada tem a capacidade de diminuir a ocorrência de complicações associadas à morbidade e mortalidade materna, são apresentadas resumidamente as evidências sobre algumas intervenções incluídas nesta atenção. São enfocadas as evidências derivadas de estudos realizados com extremo rigor metodológico e científico, os ensaios controlados randomizados, sobre intervenções capazes de reduzir as complicações e a mortalidade materna. Estas principais intervenções referem-se basicamente a: atenção institucional ao parto, atendimento profissional capacitado, utilização de parteiras tradicionais em determinados contextos, uso de tecnologias apropriadas incluindo o partograma, local do parto, posição para o parto, uso de episiotomia, tipo de parto, uso de ocitócicos na fase ativa do parto, realização de esforços de puxo no período expulsivo, manejo da dequitação e profilaxia da hemorragia puerperal. Ainda que o efeito de prevenir mortes seja difícil de ser avaliado pela baixa freqüência, sua utilização de forma racional e padronizada, por meio de manuais e normatizações de condutas de serviços, tem um efeito positivo sobre a qualidade da atenção ao nascimento. Isso faz parte do contexto técnico e humano do direito que toda mulher tem ao melhor atendimento possível nesse momento tão especial de sua vida.The multiple factors involved in maternal complications and maternal mortality make the task of their long-term control difficult and time-consuming. Professional care for pregnant women and/or those in labor certainly

  11. A exclusão do pai da sala de parto: uma discussão de género e poder La exclusión del padre de la sala de partos: una discusión bajo el enfoque del género y del poder Exclusion of the father from the delivery room: a discussion from the perspective of gender and power

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tharine Louise Gonçalves Caires

    2012-07-01

    Full Text Available No início do século XX, as mulheres eram consideradas incapazes e inferiores, dominadas por seus maridos. Estes eram deixados à margem dos acontecimentos ligados à reprodução e criação dos filhos. O parto era um ritual doméstico, assistido pela parteira. Sua transferência para o hospital retirou da mulher o protagonismo no processo de parir, e hoje o médico é a figura central. O objetivo deste estudo é analisar o processo de exclusão do pai no nascimento de seu filho sob a perspetiva das relações de poder no contexto da medicalização do parto. Trata-se de uma revisão de literatura, que analisou 16 textos, cujo recorte temporal foi de 2000 a 2010. Estes foram analisados segundo os núcleos temáticos: relação de poder do homem sobre a mulher, transição do parto em domicílio para o ambiente hospitalar, exclusão do pai do ambiente hospitalar, dominação médica sobre o corpo feminino e (reinserção do pai no processo de parturição. Conclui-se que a reinserção do homem no acompanhamento do nascimento de seu filho ainda não é plena, apesar de incentivada pelo Ministério da Saúde/Brasil. É preciso que profissionais e serviços de saúde se conscientizem da importância e benefícios desta atitude no processo de humanização do parto.A principios del siglo XX, se consideraba a las mujeres incapaces e inferiores, dominadas por sus maridos. Se dejaba a los hombres al margen de los eventos relacionados con la reproducción y con la educación de los niños. El parto era un ritual doméstico, asistido por matronas. Su transferencia al hospital, le retiró a la mujer el protagonismo en el proceso de parto, y hoy en día, el doctor es el actor central. Este estudio objetivó analizar el proceso de exclusión del padre del nacimiento de su hijo, bajo el enfoque de las relaciones de poder en el marco de la medicalización del parto. Se trata de una revisión sistemática de la literatura, en la que se analizaron 16 textos

  12. Prevalência da colonização vaginal e anorretal por estreptococo do grupo B em gestantes do terceiro trimestre Prevalence of vaginal and anorectal colonization by group B streptococcus in pregnant women in the last three months of gestation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Beraldo

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estudar a prevalência da colonização por estreptococo do grupo B em gestantes do terceiro trimestre, atendidas em um hospital regional, e avaliar a associação da colonização com as variáveis maternas demográficas e clínicas. MÉTODOS: no período de 8 de outubro de 2002 a 26 de março de 2003, foi realizado um estudo transversal (de prevalência com 309 gestantes no terceiro trimestre. Amostras de secreção vaginal e anorretal foram coletadas e testadas para identificação presuntiva do estreptococo do grupo B. Foram incluídas as gestantes com gestação maior ou igual a 36 semanas datadas por ultra-sonografia e excluídas as que se recusaram a participar, as em uso de antibioticoterapia e as que haviam sido submetidas a exame ginecológico pelo período mínimo de 24 horas antes da coleta. As gestantes foram caracterizadas por variáveis demográficas (raça, idade, grau de escolaridade, renda familiar e número de gestações e clínicas (idade gestacional, ocorrência de infecção urinária durante a gestação atual, ruptura prematura de membranas e tempo de bolsa rota, febre materna intraparto, corioamnionite, líquido amniótico com mecônio, via de parto utilizada, febre materna pós-parto e endometrite. RESULTADOS: das gestantes, 46 estavam colonizadas pelo estreptococo do grupo B, sendo que 26 (56,5% tiveram a cultura vaginal positiva, 8 (17,4% a cultura anorretal positiva e 12 (26,5% tiveram tanto a cultura vaginal como a retal positivas. Nenhuma das variáveis analisadas neste estudo foi estatisticamente significativa quanto à colonização pelo estreptococo do grupo B. Os resultados obtidos foram submetidos à análise bivariada pelo teste do chi2 e teste exato de Fisher quando apropriado. CONCLUSÃO: a taxa de prevalência da colonização vaginal e anorretal pelo estreptococo do grupo B em gestantes no terceiro trimestre, foi de 14,9%. Não houve associação entre fatores de risco (primigestação, idade

  13. Efeitos do laser na cicatrização de cesárea em pacientes com diabetes gestacional

    OpenAIRE

    Santos, Hugo Campos Oliveira

    2013-01-01

    A cesárea é uma técnica cirúrgica utilizada para retirar o feto do útero, nota-se atualmente um aumento dessa cirurgia em todo o mundo. No Brasil, aproximadamente 40% do total de partos são realizados por essa via, estima-se que a cesariana corresponda a 80% dos partos na assistência privada entre 2008 a 2012 . O diabetes complica a gestação, e, a gravidez complica o diabetes, essa combinação aumenta as chances de falhas no processo de cicatrização, o que pode acarretar problemas estéticos, p...

  14. Modelos contemporáneos de asistencia al parto: Cuerpos respetados, mujeres que se potencian

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Magnone Alemán

    2013-08-01

    Full Text Available El artículo presentado estudia los modelos de atención contemporáneos al parto en Uruguay. Se nutre teóricamente de teorías sociológicas sobre el riesgo y la medicalización de la sociedad, de los modelos de atención a la salud humana definidos por la antropóloga David Floyd, y de perspectivas feministas sobre la sexualidad. Para su elaboración se toman entrevistas en profundidad y grupos de discusión realizados en el marco de la tesis de maestría en sociología de la autora. Sobre esta base se reflexiona en torno a las siguientes preguntas: ¿Qué concepciones de individuo y de cuerpo tienen los distintos modelos de atención al parto? ¿Qué prácticas obstétricas se establecen como consecuencia de estas concepciones? ¿Qué efectos tiene cada modo de atención sobre el respeto o no de los derechos humanos de las mujeres que paren?

  15. Modelos contemporáneos de asistencia al parto: Cuerpos respetados, mujeres que se potencian

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Magnone Alemán

    2013-08-01

    Full Text Available El artículo presentado estudia los modelos de atención contemporáneos al parto en Uruguay. Se nutre teóricamente de teoríassociológicassobre el riesgo, el cuerpo y la medicalización de la sociedad, de los modelos de atención a la salud humana definidos por la antropóloga David Floyd, y de perspectivas feministas sobre la sexualidad. Para su elaboración se toman entrevistas en profundidad y grupos de discusión realizados en el marco de la tesis de maestría en sociología de la autora. Sobre esta base se reflexiona en torno a las siguientes preguntas: ¿Qué concepciones de individuo y de cuerpo tienen los distintos modelos de atención al parto? ¿Qué prácticas obstétricasse establecen como consecuencia de estas concepciones? ¿Qué efectos tiene cada modo de atención sobre el respeto o no de los derechos humanos de las mujeres que paren?

  16. Alterações nos parâmetros hematológico durante a gestação e no pós-parto de cabras da raça Saanen criadas no sul do Espírito Santo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Pacheco

    Full Text Available Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil hematológico de cabras da raça Saanen em diferentes fases da gestação e no pós-parto. Para sua realização foram utilizadas 24 cabras gestantes e 10 não gestantes da raça Saanen, criadas em condições intensivas no município de Alegre, Espírito Santo. As amostras foram coletadas dos 60 aos 135 dias de gestação, com intervalos de 15 dias entre as coletas. Após a parição foram realizadas mais duas coletas, também com intervalos de 15 dias. As amostras de sangue coletadas foram refrigeradas até a chegada ao laboratório, onde foi realizado o eritrograma e a leucometria global em analisador automático e as contagens diferenciais em esfregaço sanguíneo. Após análise dos resultados pode-se observar que, nas cabras avaliadas, houve influência do período de gestação, do pós-parto e da ordem de parto sobre os valores do eritrograma. Todos parâmetros avaliados, exceto VGM, diminuiram com o avançar da gestação até os quinze dias pós-parto, sendo que as maiores alterações ocorreram no final da gestação. A leucometria global (LG e específica também apresentaram diferenças significativas de acordo com o estado fisiológicos das fêmeas. Os valores médios de LG foram de 10.579 a 15.836 leucócitos/mm3. Fêmeas não gestantes apresentaram maiores valores de LG, diminuindo com a gestação até os 15 dias do pós-parto. Trinta dias pós-parto o valor de LG aumentou, assemelhando-se aos valores das cabras não gestantes. Os valores absolutos de neutrófilos segmentados seguiram a mesma tendência da LG. A quantidade de linfócitos apresentou diminuição a partir dos 120 dias de gestação, aumentando a partir dos trinta dias pós-parto. A quantidade de eosinófilos não sofreu alteração de acordo com o estado fisiológico e a quantidade de basófilos foi maior em fêmeas não gestantes. Para monócitos os resultados foram em geral superiores nas cabras não gestantes

  17. Parâmetros reprodutivo e metabólico de vacas da raça Guzerá suplementadas no pré e pós-parto Reproductive and metabolic parameters of Guzerá cows supplemented in pre and postpartum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Marcondes de Godoy

    2004-02-01

    Full Text Available Foram utilizadas 30 vacas da raça Guzerá (10 por tratamento, suplementadas no pré-parto (PRE, pós-parto (POS e sem suplementação (SS com os objetivos de avaliar no pós-parto as variações do peso corporal (PC, do escore de condição corporal (ECC (1 = muito magra a 9 = muito gorda e dos níveis plasmáticos de colesterol total (NPCT, o índice de prenhez (IP até 112 dias pós-parto e a viabilidade econômica dos tratamentos PRE e POS, que constou de 1 kg/dia/animal de concentrado (16% PB; 3000 kcal ED/kg. O PC e o ECC foram obtidos a cada 28 dias, e colheitas de sangue semanalmente para análise dos NPCT até 112 dias pós-parto. O PC e o ECC tiveram interação dias pós-parto x tratamento. O tratamento PRE aumentou o PC e o ECC das vacas ao parto: 477,80 kg e 6,20 respectivamente, em comparação com os tratamentos POS e SS de 453,37 kg e 5,5; 447,57 kg e 5,28, respectivamente. O PC e o ECC do tratamento PRE foi superior de 28 a 84 dias comparado ao SS, enquanto o tratamento POS foi superior apenas de 84 a 112 dias pós-parto. O tratamento POS não diferiu do PRE no PC de 56 a 112 dias pós-parto e no ECC de 28 a 112 dias pós-parto. O tratamento POS proporcionou aumento do PC e ECC das vacas, já os tratamentos PRE e SS perderam PC e ECC até 112 dias pós-parto. O PC e ECC dos tratamentos PRE, POS e SS aos 112 dias pós-parto foram de 457,79 kg e 5,38; 461,87 kg e 5,66; 436,57 kg e 4,78, respectivamente. Os NPCT tiveram efeito dos dias pós-parto, mas não de tratamento, aumentando com os dias pós-parto. Os IP não foram influenciados pelos tratamentos PRE, POS e SS com 50,00; 62,20 e 57,14%, respectivamente. Economicamente a suplementação não foi viável.Thirty Guzera cows (10 by treatment, supplemented in the prepartum (PRE and postpartum (POS and without supplementation (SS were used to evaluate, in the postpartum, the variation of body weight (BW, body condition score (BCS (1 = very thin to 9 = very fat and levels of serum

  18. Parâmetros hemogasométricos e equilíbrio ácido-básico de cabritos nascidos de partos normais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diogo G. Camargo

    2012-12-01

    Full Text Available A adaptação à vida extra-uterina é período crítico para o recém-nascido. Inúmeras alterações ocorrem em diferentes sistemas e órgãos, incluindo a função respiratória e o equilíbrio ácido-básico. O presente trabalho objetivou constatar a ocorrência de acidose em cabritos recém-nascidos e obter parâmetros gasométricos e ácido-básicos dos mesmos, até as 24 horas de vida. Para tanto, foram utilizados 33 cabritos, sem distinção de sexo. Amostras sanguíneas foram colhidas por venopunção jugular, imediatamente após o nascimento, aos cinco, dez e 15 minutos, e às 24 horas de vida, para determinação do pH, pressão parcial de oxigênio (pO2, pressão parcial de dióxido de carbono (pCO2, dióxido de carbono total (TCO2, concentração de bicarbonato (HCO3, excesso de bases (BE e a saturação de oxigênio (sO2 utilizando-se analisador portátil de gases sanguíneos. Observaram-se diferenças significativas entre os momentos nos valores gasométricos dos cabritos em todas as variáveis estudadas. Os cabritos recém-nascidos apresentaram acidose respiratória no período pós-parto imediato, normalizando-se às 24 horas de vida.

  19. Fatores associados à submissão ao teste rápido anti-HIV na assistência ao parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inês Couto de Oliveira

    Full Text Available Resumo Os testes rápidos anti-HIV vêm sendo empregados nas maternidades com vistas à prevenção da transmissão vertical. O objetivo do estudo foi analisar os fatores associados à submissão ao teste rápido anti-HIV (desfecho. Estudo transversal, conduzido em 2009, em 15 hospitais do SUS do Rio de Janeiro/RJ, mediante entrevista a amostra representativa de 835 parturientes internadas e consulta a prontuários. Razões de prevalência ajustadas foram obtidas por regressão de Poisson, segundo modelo hierarquizado, permanecendo no modelo final as variáveis associadas ao desfecho (p ≤ 0,05. Segundo os prontuários (SP, 79,6% das mães foram submetidas ao teste rápido anti-HIV e, segundo as entrevistas (SE, 55,7%. No nível distal, a ausência de companheiro (SP, ter ≥ 6 moradores na residência (SP e a cor da pele não branca (SE se associaram a uma maior prevalência do desfecho. No nível intermediário, não dispor de sorologia negativa para o HIV do pré-natal (SP e SE se associou a uma maior prevalência do desfecho, bem como a realização de pré-natal na rede básica (SP e a não realização de pré-natal (SE. No nível proximal, o parto em hospital não certificado como amigo da criança se associou a uma maior prevalência do desfecho (SP e SE.

  20. Symptoms of postpartum depression and early interruption of exclusive breastfeeding in the first two months of life Sintomas de depressão pós-parto e interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo nos dois primeiros meses de vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Hasselmann

    2008-01-01

    Full Text Available This study evaluates the association between postpartum depression and interruption of exclusive breastfeeding in the first two months of life. Cohort study of 429 infants Avaliou-se a associação entre depressão pós-parto e interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo nos dois primeiros meses de vida. Estudo de coorte com 429 crianças < 20 dias de idade em quatro unidades de saúde no Rio de Janeiro, Brasil. Considerou-se como interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo a introdução de chá, água, suco, leite artificial ou qualquer outro alimento. Na avaliação da depressão pós-parto utilizou-se a Edinburgh Post-natal Depression Scale. Associações foram expressas como razões de prevalências (linha de base e riscos relativos (primeiro e segundo meses de vida e respectivos intervalos de 95% de confiança estimados via regressão de Poisson com variância robusta. Filhos de mulheres com sintomas de depressão pós-parto apresentam maior risco de interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo nos dois meses de seguimento (RR = 1,46; IC95%: 0,98-2,17 e RR = 1,21; IC95%: 1,02-1,45, respectivamente. Entre mães que amamentam exclusivamente até o primeiro mês de vida, depressão pós-parto não se associou à interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo (RR = 1,44; IC95%: 0,68-3,06. Esses achados apontam para a importância da saúde mental materna no sucesso do aleitamento materno exclusivo.

  1. Intussuscepção uterina em uma cadela Yorkshire Terrier

    OpenAIRE

    Pinto Filho, S.T.L.; Carus, D.S.; Dalmolin, F.; Anjos, B.L.; Segatto, T.; Krabbe, A.; Oliveira, M.T.; Pippi, N.L.; Brun, M.V.

    2015-01-01

    A intussuscepção uterina é condição rara em pequenos animais. No presente relato descreve-se um caso de intussuscepção uterina em um canino, fêmea Yorkshire Terrier no pós-parto imediato, diagnosticada por meio de laparotomia exploratória e pela avaliação anatomopatológica. Realizou-se a ovariossalpingo-histerectomia (OSH) como tratamento definitivo para a alteração. Conclui-se, portanto, que a intussuscepção uterina pode ocorrer em cadelas, de forma espontânea no pós-parto imediato. Uteri...

  2. O desenvolvimento de um modelo de assistência continua ao parto Desarrollo de un modelo de asistencia continua en el parto Development of a delivery continued care model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cláudia Silveira Lambert

    2010-07-01

    Full Text Available Objetivo. Descrever as experiências das enfermeiras obstétricas relacionadas com o desenvolvimento de um modelo de assistência ao parto. Metodologia. investigação do tipo estudo de caso. Analisaramse as declarações de quatro enfermeiras obstétricas, que desenvolveram o modelo de assistência ao parto proposto pelo Hospital Universitário da Universidade de São Paulo. A informação obtida se analisou de modo indutivo e interpretativo. Resultados. das narrativas surgiram quatro categorias descritivas: a a convivência com o sentimento de ambivalência, b o trabalho com facilidades e dificuldades com a adoção do novo modelo, c as mudanças no conceito da assistência ao parto, e d os benefícios proporcionados pelo modelo. As enfermeiras reconhecem a viabilidade do modelo, mas sua implementação definitiva na instituição depende das mudanças nas diretrizes filosóficas e gerenciais relacionadas com a assistência ao parto e do compromisso dos profissionais. Conclusão. Reconheceramse os diversos aspectos envolvidos na implementação do modelo de atendimento no parto.Objetivo. Describir las experiencias de las enfermeras obstétricas relacionadas con el desarrollo de un modelo de asistencia al parto. Metodología. Investigación del tipo estudio de caso. Se analizaron las declaraciones de cuatro enfermeras obstétricas, que desarrollaron el modelo de asistencia al parto propuesto por el Hospital Universitario de la Universidad de São Paulo. La información obtenida se analizó de modo inductivo e interpretativo. Resultados. De las narrativas surgieron cuatro categorías descriptivas: a la convivencia con el sentimiento de ambivalencia, b el trabajo con facilidades y dificultades con la adopción del nuevo modelo, c los cambios en el concepto de la asistencia al parto, y d los beneficios proporcionados por el modelo. Las enfermeras reconocen la viabilidad del modelo, pero su implementación definitiva en la institución depende de

  3. Solução oral escalonada de misoprostol para indução do parto: estudo piloto Titrated oral solution of misoprostol for labour induction: a pilot study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Sandro Rolland Souza

    2010-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a efetividade e a segurança da administração de uma nova formulação de misoprostol em solução por via oral, com doses escalonadas, para indução do parto de feto vivo a termo. MÉTODOS: realizou-se um estudo multicêntrico, do tipo ensaio clínico, aberto, não-randomizado, no período de Julho a Dezembro de 2008. Foram incluídas 30 pacientes com indicação de indução do trabalho de parto, a termo, com feto vivo, índice de Bishop 5. Foram excluídas mulheres com cicatriz uterina, cardiotocografia alterada, gestação múltipla, restrição de crescimento fetal, hemorragia genital e presença de tumores, ulcerações ou malformações genitais. A dose inicial da solução oral foi de 20µg/h de misoprostol, nas primeiras 6 horas, aumentando em 20µg/h de misoprostol a cada 6 horas, se o trabalho de parto não fosse deflagrado, até uma dose máxima de 80µg/h, nas primeiras 24 horas, mantendo a dose máxima (80µg/h por mais 24 horas, se necessário. RESULTADOS: o trabalho de parto foi induzido satisfatoriamente em 96,7% das gestantes. O intervalo entre a primeira dose e o início das contrações uterinas foi de 3,8±1,8 horas, enquanto o intervalo entre a dose inicial e o parto variou entre 6 e 24 horas. A frequência de parto vaginal foi de 80% (n=24. A maioria das gestantes iniciou o trabalho de parto com a dose de 20µg/h (60%; n=18. A taquissistolia ocorreu em 13,3% das gestações e líquido meconial foi detectado em 20% dos casos. Houve dois casos de escore de Apgar PURPOSE: to test effectiveness and safety of the oral administration of a new misoprostol formulation in titrated doses for the induction of delivery of a live fetus at term. METHODS: an open pilot multicenter, non-randomized clinical trial was conducted from July to December 2008. A total of 30 patients with indications for induction of labor were included. The patients had a live fetus, Bishop score 5. Exclusion criteria were previous uterine

  4. Maternal depression and offspring’s cortisol concentrations in a Brazilian sample = Depressão materna e concentração de cortisol de recém-nascidos em uma amostra brasileira = La depresión materna y la concentración de cortisol del recién nacido en una muestra brasilieira

    OpenAIRE

    Lucci, Tania Kiehl; Otta, Emma; David, Vinicius Frayze; Chelini, Marie-Odile Monier

    2016-01-01

    Acredita-se que a depressão pós-parto (DPP) possa prejudicar diversos aspectos do desenvolvimento infantil, incluindo alterações das funções do eixo Hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA). A associação entre depressão materna e nível de cortisol salivar dos filhos foi investigada em três amostras brasileiras diferentes: ao nascimento (N=58), aos quatro (N=64) e 36 meses (N=81) após o parto. Mães preencheram a Escala de Depressão Pós-parto de Edinburgh aos 4 e 36 meses após o parto. Por meio da A...

  5. O envolvimento do pai na gravidez/parto e a ligação emocional com o bebé La participación del padre en el embarazo/parto y el vínculo emocional con el bebé Father’s involvement in pregnancy/childbirth and the emotional bond with the baby

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Rui Duarte Farias Nogueira

    2012-12-01

    Full Text Available Enquadramento: a ligação emocional entre pai e filho é determinante na transição para a paternidade e no desenvolvimento do bebé. Objetivos: pretendemos verificar se existe relação entre as variáveis sóciodemográficas, o envolvimento na gravidez ou o corte do cordão umbilical com a ligação emocional do pai com o bebé. Metodologia: efetuámos um estudo transversal, quantitativo de caráter descritivo analítico. Aplicámos um questionário e a escala bonding validada para a população Portuguesa (Figueiredo et al., 2005, em três momentos diferentes (durante o trabalho de parto, no 1º e no 3º dia após o parto a 222 pais, entre novembro de 2010 e janeiro de 2011. Resultados: verificámos que a idade (entre 25 e 40 anos, o acompanhamento da grávida às consultas de vigilância da gravidez, o acompanhamento da grávida nos preparativos para o nascimento do bebé, a leitura de informação sobre o bebé em desenvolvimento, o envolvimento na gravidez e o corte do cordão umbilical influenciam positivamente a ligação emocional do pai com o bebé. Conclusão: os resultados apontam para uma melhoria na ligação afetiva entre o pai e o bebé se os profissionais de saúde promoverem o envolvimento do pai na gravidez e no parto.Marco: el vínculo emocional entre padre e hijo es crucial en la transición hacia la paternidad y el desarrollo del bebé.Objetivos: pretendemos verificar si existe una relación entre las variables sociodemográficas, la participación en el embarazo o el corte del cordón umbilical y el vínculo emocional entre el padre y el bebé. Metodología: se realizó un estudio transversal, cuantitativo, de corte descriptivo-analítico. Se aplicó un cuestionario y la escala de Bonding validado para la población portuguesa (Figueiredo et al., 2005, en tres momentos diferentes (durante el parto, durante el primer y el tercer día después del parto a 222 padres, entre noviembre 2010 y enero de 2011. Resultados: se

  6. Evolução da migração de partos para Aracaju, Sergipe, Brasil, 1970-1996 Shift in demand for childbirth services from rural Sergipe State to the capital city, Aracaju, Brazil, 1970-1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Queiroz Gurgel

    2003-02-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é descrever a evolução da migração de partos do interior do Estado de Sergipe para a capital (Aracaju, no período compreendido entre 1970 e 1996. Para tanto utilizou-se a informação "município de residência da mãe" cujo parto ocorreu nas maternidades de Aracaju, nos anos de 1970, 1976, 1986 e 1996. Ao se estudar as proporções de mães não residentes em Aracaju, verificaram-se diferenças significativas, sendo que o período com maiores percentuais de migração ocorreu entre 1976 e 1986. A migração foi estimulada pela melhoria das rodovias que dão acesso à capital (a partir de 1970 e pelo incentivo político com fins eleitoreiros (clientelismo. Assim, a melhoria na estrutura hospitalar do interior não impediu o aumento da migração para a capital. Em Sergipe, no período em estudo, houve um crescimento de 134,6% do número de partos ocorridos na capital, provenientes de outras localidades. Além disso, observa-se intensidades de variação diferenciadas, quando se analisa o fenômeno por regiões, tendo em vista a melhoria das condições de acessibilidade. Faz-se necessária a regionalização e hierarquização da assistência ao parto e ao recém-nascido, para que se possa dar um atendimento adequado às gestantes e aos seus filhos.This study analyzes trends in the migration of childbirth from rural areas of Sergipe State, Brazil, to the capital city, Aracaju, from 1970 to 1996. Data on "mother's place of residence" were obtained from mothers whose children were born in maternity hospitals in Aracaju in 1970, 1976, 1986, and 1996. Significant differences occurred in the proportion of mothers who resided outside of Aracaju but came there to give birth, especially from 1976 to 1986. This shift was stimulated by improvement of State highways and the granting of personal political favors in exchange for votes. Changes in the State hospital structure did not appear to have influenced the childbirth shift

  7. Anestesia venosa total para laringectomia parcial em paciente na 28ª semana de gestação: relato de caso Anestesia venosa total para laringectomía parcial en paciente en la 28ª semana de embarazo: relato de caso Total intravenous anesthesia for partial laryngectomy in 28 weeks pregnant patient: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Costa

    2005-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Uma anestesia para paciente gestante constitui um desafio ao anestesiologista em virtude dos riscos para a mãe e para o feto. São muitas as complicações descritas pela literatura como malformações fetais, parto prematuro, instabilidade hemodinâmica materna e até morte fetal. O objetivo deste caso é mostrar uma paciente gestante de 28 semanas, submetida a laringectomia parcial sob anestesia geral venosa total com propofol, remifentanil e cisatracúrio. RELATO DO CASO: Paciente com 29 anos, 59 kg, primigesta de 28 semanas com diagnóstico prévio de carcinoma epidermóide próximo à corda vocal direita, sendo indicada laringectomia. A monitorização inicial constituiu-se de pressão arterial não-invasiva e invasiva, cardioscopia, oxicapnografia e cardiotocografia contínua realizada pela obstetra. Punção venosa no membro superior direito e membro superior esquerdo com cateter 16G e 18G, respectivamente. Foram administrados por via venosa midazolam (1 mg, cefazolina (1 g, metoclopramida (10 mg e dipirona (1 g. A paciente recebeu oxigênio a 100% sob máscara por 3 minutos e indução venosa foi feita com o uso de propofol em infusão na dose alvo de 3 µg.mL-1 e remifentanil contínuo (1 µg.kg-1 em bolus e 0,2 µg.kg-1.min-1 de manutenção. Como bloqueador neuromuscular, foi administrado cisatracúrio (13 mg e procedeu-se a intubação traqueal com tubo 6,5 mm aramado com balonete. Foi mantida em plano anestésico com propofol e remifentanil em bomba, além de complementações de cisatracúrio. O feto permaneceu monitorizado continuamente com cardiotocografia realizada e analisada pela obstetra. Após o término da cirurgia foram desligadas as bombas infusoras de propofol e remifentanil, tendo a paciente despertado 10 minutos depois. Acordou sem dor e hemodinamicamente estável, sendo então encaminhada à sala de recuperação pós-anestésica. CONCLUSÕES: A anestesia venosa total com propofol e

  8. Relación entre enfermedad periodontal y parto prematuro. Bajo peso al nacimiento: una revisión de la literatura

    OpenAIRE

    Flores, J.; Oteo, A.; Mateos, L.; Bascones, A.

    2004-01-01

    A pesar de los esfuerzos realizados en el control del embarazo y el parto, la frecuencia de los partos prematuros no ha disminuido en las dos últimas décadas. El parto prematuro supone una seria amenaza para la salud del recién nacido, y representa además un porcentaje muy importante de los costes destinados a la atención sanitaria perinatal. La investigación científica ha revelado diversos mecanismos por los que infecciones remotas como la enfermedad periodontal pueden participar en la patog...

  9. Mortalidad perinatal en la Unión Europea ¿Influye si el parto es hospitalario o domiciliario? Revisión de la literatura

    OpenAIRE

    Núñez García, Óscar; Núñez García, Eva María; Ibáñez Gabarrón, Ana María; Rojo Atenza, Encarnación

    2014-01-01

    OBJETIVOS: - Describir el modelo de control de la gestación y asistencia al parto domiciliario tomando como referencia Países Bajos. - Comparar la Tasa de Mortalidad Perinatal (TMP) de los países europeos donde sea usual el parto domiciliario con los que la mayoría de sus partos sean atendidos en el hospital. - Mostrar los datos de Tasa de Mortalidad en Países Europeos. - Abrir nuevas vías de investigación respecto al tema. MÉTODOS: Revisión bibliográfica mediante búsqueda en bases de datos y...

  10. Comparación reproductiva de vacas holstein, bon y f1 bon x holstein en el centro paysandú, 2. Edad al primer parto, intervalo entre partos, días abiertos y servicios por concepción.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quijano B Jorge H

    2003-06-01

    Full Text Available Se estimaron los porcentajes de heterosis para edad al primer parto, intervalo entre partos, días abiertos y servicios por concepción, en vacas F1 (BON x HOLSTEIN del Centro Paysandú, propiedad de la Universidad Nacional de Colombia, ubicado en la zona ecológica de bosque muy húmedo montano bajo (bmh-MB y situado a 2600 m.s.n.m. con una temperatura promedio de 12,5C, en el corregimiento de Santa Elena, Municipio de Medellín. El modelo usado incluyó los efectos de: Grupo Genético, año de parto, edad al parto sobre las variables edad al primer parto, intervalo entre partos, días abiertos y servicios por concepción. El efecto del grupo genético fue altamente significativo (P0,05, -7,9 (P0,05 para edad al primer parto, intervalo entre partos, días abiertos y servicios por concepción respectivamente.

  11. Feeding behavior and performance of dairy cows during the transition period seven days before and after calvingComportamento e desempenho de vacas leiteiras no período de transição de sete dias antes e após o parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Douglas Veira

    2011-10-01

    matter intake during early post-partum.Durante o período de transição as vacas leiteiras passam por vários desafios internos e externos, que podem deixá-las sujeitas a problemas de saúde como acidose do rúmen e pododermatite. O manejo tradicional durante o período de transição recomenda o fornecimento de uma ração com teores médios de concentrado no pré-parto, e outra com teores mais altos de concentrado no pós-parto. Entretanto, existem evidências de que o consumo de rações com alto teor de concentrado após o parto pode levar a irregularidades no consumo destas dietas. Objetivou-se estudar o efeito de manter constante a composição da dieta sobre o comportamento, consumo de alimentos e produção de vacas leiteiras durante o período de transição. Trinta vacas primíparas e multíparas da raça Holandesa foram divididas e alocadas em dois grupos, sendo um deles tratado com ração constante pré-parto (30:70 relação concentrado:volumoso com maior teor de fibras por sete dias após o parto, seguindo a troca de ração para a dieta tradicional (50:50 relação volumoso:concentrado; e outro grupo, recebendo ração com maior teor de concentrados no pós-parto. O comportamento e o consumo de alimentos foram monitorados com sistema eletrônico de alimentação e data loggers, e a produção de leite através de extração de dados direto do computador da ordenhadeira mecânica. Vacas leiteiras alimentadas com dieta constante durante o período de transição despenderam mais tempo comendo ração no segundo dia pós-parto, 142 minutos/dia, e vacas no tratamento com dieta tradicional 105 minutos/dia. Aquelas manejadas com troca de dieta no pós-parto apresentaram maior consumo no primeiro dia, IMS de 2,2 kg/dia/100 kg PV, mas não nos seguintes, já para as vacas que receberam a dieta constante a IMS foi de 1,7 kg/dia/100 kg PV. Não foram observadas diferenças significativas na produção de leite em relação às duas dietas oferecidas aos animais

  12. ESTUDIO BACTERIOLÓGICO DEL LIQUIDO AMNIÓTICO DURANTE EL EMBARAZO Y PARTO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Acosta Bendek

    1984-11-01

    Full Text Available

    Se estudiaron 220 muestras del líquido amniótico, obtenidas en condiciones estériles y sembradas en medios de cultivos aeróbico y unos pocos casos en anaeróbico: al mismo tiempo se hacía extendido en coloración de Gram. El primer grupo de 110 muestras
    fueron tomadas durante la operación cesárea: 68 casos sin trabajo de parto de los cuales 64 con membranas íntegras, y 4 con membranas rotas de más de 6 horas; la contaminación bacteriana del líquido amniótico fue detectada en el 12.5 % en los casos de
    membranas íntegras y en 500/0 en los casos de membranas rotas. Los 42 casos restantes eran de más de 12 horas de trabajo de parto y con membranas rotas; la contaminación del líquido amniótico fue detectada en el 26.50/0.
    Se examinaron 85 placentas y se encontró placentitis leve en un 2.350/0, placentitis severa en 1.1% Y placentitis moderada en 4.70/0.
    El segundo grupo de 110 muestras fueron tomadas al final de la primera etapa del parto encontrándose una contaminación bacteriana en un 200/0. Los microorganismos
    aislados del líquido amniótico fueron los siguientes. Estafilococo Epidermides, E. coli y Estreptococo viridans.
    Es bueno anotar que del primer grupo sólo se registró contaminación del líquido amniótico en un 12.50/0 en cesárea electiva con membranas íntegras; y en el segundo grupo en trabajo de parto y membranas íntegras la contaminación del líquido amniótico fue de un
    200/0. La incidencia total de contaminación del líquido amniótico en el primer grupo fue de un 20.90/0 Y en el segundo grupo de un 200/0. El índice de contaminación en el líquido amniótico en el total de los casos 46 con membranas rotas fue de 28.2%.

    Los microorganismos hallados en el líquido amniótico son los mismos que se encuentran en la flora vaginal y en el cérvix.

    La morbilidad materno-fetal del primer grupo fue del 1.1% Ydel segundo grupo fue de O.

  13. Evaluación de los resultados del programa 'Parto en el hospital, comadrona en casa'

    OpenAIRE

    Crespo Mirasol, Esther; España, M.Carmen; Basteiro, Elena; Zegarra, Mary Michel; Botet Mussons, Francisco; Pérez, José María; Arranz Betegón, Ángela; Palacio i Riera, Montserrat

    2015-01-01

    Objetivo: Describir las características y la evolución clínica de las puérperas y los neonatos incluidos en un programa de alta precoz hospitalaria. Material y método: Estudio observacional y descriptivo de la población incluida en el programa «Parto en el hospital, comadrona en casa», del Hospital Clínic de Barcelona, desde octubre de 2010 hasta abril de 2013. Resultados: Participaron un total de 150 madres, con una edad (media ± desviación estándar) de 32 ± 4 años. El 70% (n= 105) eran mult...

  14. Reflexões sobre deambulação e posição materna no trabalho de parto e parto Reflexiones sobre deambulación y posición materna en el trabajo de parto y parto Reflection on ambulation and maternal position during labor and delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Villela Mamede

    2007-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma reflexão sobre os fatores determinantes que levaram à mudança da posição da mulher de vertical para horizontal no processo de parturição. A institucionalização do processo de parir e nascer promoveu uma série de mudanças no assistir à mulher e à família. Muitas das práticas que preservavam o respeito à autonomia e aos valores culturais deram lugar a outros que valorizam a tecnologia, a medicalização e a intervenção. Tais mudanças não efetivaram significativa redução na mortalidade materna e neonatal, pelo contrário, promoveram a desumanização da assistência. Um novo olhar sobre o efeito da deambulação e da posição durante o trabalho de parto e parto está sendo incentivado e está dando oportunidade de evidenciar uma série de vantagens e benefícios para mãe e filho.Este artículo presenta una reflexión sobre los factores determinantes que llevaran al cambio de la posición de la mujer de vertical para horizontal en el proceso de parturiación. La institucionalización del proceso de parir y nacer promovió el respeto a la autonomía y los valores culturales dieran lugar a otros que valoraran la tecnología, la medicalización y la intervención. Tales cambios no efectivaran significativa reducción en la mortalidad materna y neonatal, por el contrario, promovieran la deshumanización de la ayuda. Una nueva visión sobre el efecto de la deambulación y de la posición durante el trabajo de parto y el parto está siendo incentivados y dando oportunidad de evidenciar una serie de ventajas y beneficios para la madre y el niño.This article presents a reflection on the determinants factors that lead to changes in the position of woman from vertical to horizontal in the delivery process. The institutionalization of the labor and birth process that promoted a lot of changes in the woman and family assistance. Many practicals preserved the autonomy respect and the cultural values that give

  15. ALIMENTACIÓN DURANTE EL TRABAJO DE PARTO: ¿ES NECESARIO EL AYUNO?

    OpenAIRE

    Urrutia S.,María Teresa; Abarca C.,Cristian; Astudillo S.,Roxana; Llevaneras M.,Silvana; Quiroga T.,Natalia

    2005-01-01

    Estudio analítico de corte transversal sobre las características de alimentación e hidratación de 602 mujeres durante el trabajo de parto durante dos periodos. La información fue extraída por medio de una entrevista y la revisión de fichas clínicas. Para el análisis se utilizó t Student y Chi cuadrado. Entre 9,7 y 19,4% de las mujeres recibe comida en preparto y entre 30,4 y 33,2% recibe agua. No existen diferencias en la proporción de ingesta de agua y comida entre las madres con y sin patol...

  16. Vivencias de familiares en sala de espera de trabajo de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dora Isabel Giraldo-Montoya

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: describir las vivencias de los familiares en sala de espera de trabajo de parto. Materiales y métodos: estudio cualitativo etnográfico. Se entrevistaron diez participantes y cuatro grupos focales; la saturación se logró cuando los investigadores no encontraron más explicación, interpretación o descripción de la experiencia. Para el análisis, se usó el método de Spradley, se construyeron categorías y dominios, y se realizó análisis taxonómico. Se desarrollaron notas de campo y observación participante. Se utilizó el software Atlas ti. Resultados: los familiares experimentan necesidades de información oportuna y eficiente. El lenguaje verbal y no verbal y el contenido de la información les produjo ansiedad e incertidumbre. Los familiares sienten la necesidad de acompañar a la gestante durante el trabajo de parto para brindarle apoyo. El ambiente en la sala de espera depende de los factores internos del familiar y los factores externos de la sala. La educación en la sala de espera representó una excelente oportunidad para aprovechar el tiempo. Emergieron los dominios: comunicación terapéutica, acompañamiento, ambiente y educación. Conclusión: el significado cultural de esperar es un acontecimiento de la vida altamente significativo, atravesado por cuatro circunstancias: la comunicación, el acompañamiento, el ambiente de la sala y la educación, situaciones que cambiaron la experiencia del nacimiento.

  17. Aspectos da gravidez e pós-parto de adolescentes portadoras de febre reumática Aspects of the pregnancy and post delivery of adolescents with rheumatic fever

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Julia Pantoja Moraes

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a incidência e evolução de gravidez entre adolescentes portadoras de febre reumática (FR do nosso serviço. MÉTODOS: Avaliação retrospectiva de 510 prontuários de pacientes com diagnóstico de FR, no período de 1983 a 2001. RESULTADOS: Dos 510 pacientes analisados, 123 (46% eram adolescentes femininas. Dezesseis (13% engravidaram neste período, com um total de 19 gestações (uma apresentou duas gestações e outra três; 14 realizaram pré-natal adequadamente. A idade da primeira gestação variou de 14 a 19 anos (média 16,7; e a idade do início da atividade sexual, de 13 a 18 anos (média 15,2. Insuficiência mitral ocorreu em 15 casos, estando associada com insuficiência aórtica em cinco. Intercorrências durante o pré-natal foram observadas em duas pacientes: em uma houve recidiva da FR com Coréia e em outra infecção pelo HIV. O parto vaginal ocorreu em sete adolescentes, parto fórcipe em três e cesareana em quatro: uma com HIV, uma com gestação gemelar e duas com distocia funcional. Treze recém-nascidos foram adequados para idade gestacional e apenas os gêmeos foram prematuros. No pós-parto, uma paciente apresentou infecção na incisão cirúrgica e outra abscesso mamário. Nenhuma paciente reativou a FR no parto e pós-parto. CONCLUSÕES: As gestações não apresentaram descompensação cardíaca, com predomínio de valvulites de leve intensidade. Atividade sexual precoce e aumento da gravidez em adolescentes são realidades nos ambulatórios de reumatologia pediátrica, justificando a necessidade de uma melhor orientação em relação à sexualidade e uso de métodos anticoncepcionais na rotina do atendimento.BACKGROUND: To evaluate the incidence and follow-up of pregnancy among adolescents with rheumatic fever (RF attended at the authors' service. METHODS: A retrospective evaluation was undertaken of 510 patients with a diagnosis of RF according to records from 1983 to 2001. RESULTS: We

  18. Alterações de equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres no ciclo gravídico puerperal

    OpenAIRE

    Eufrásio, Laiane Santos

    2015-01-01

    INTRODUÇÃO: O ciclo gravídico-puerperal causa inúmeras transformações na vida da mulher, sejam elas físicas, hormonais, emocionais ou sociais. Tais alterações podem afetar o equilíbrio postural e a qualidade de vida dessas mulheres na gravidez, podendo persistir no pós-parto. OBJETIVO: Analisar alterações no equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres na gravidez e no pós-parto. METODOLOGIA: Este estudo foi composto por 47 mulheres participantes do Curso para Gestant...

  19. Vivenciando a experiência da parturição em um modelo assistencial humanizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Mandarano da Silva

    Full Text Available Tratou-se de um estudo qualitativo baseado na abordagem fenomenológica com o objetivo de compreender as experiências de puérperas que vivenciaram o trabalho de parto e o parto em um modelo assistencial humanizado. Os dados foram coletados em um hospital localizado na cidade de São Paulo, onde foram entrevistadas oito puérperas. Da análise dos dados surgiram os temas: Suportando o trabalho de parto e Tendo a oportunidade de resgatar a autonomia, e o fenômeno desvelado foi "Vivendo a ambiguidade da parturição em um modelo assistencial humanizado". Os relatos evidenciaram sentimentos como dor, medo e ansiedade, porém, possibilitou a participação e resgate da autonomia. Embora o estudo tenha sido realizado em um modelo assistencial considerado humanizado, as experiências das puérperas revelam que ainda se distanciam de uma efetiva humanização, conforme seus princípios. Este estudo pode ser utilizado para nortear ações educativas voltadas à humanização e gerar mudanças assistenciais

  20. Delaying farrowing using intravaginal devices impregnated with progestagen does not affect the proportion of piglets born alive O atraso do parto utilizando dispositivos intravaginais impregnados com progestágeno não afeta a proporção de leitões nascidos vivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Fernando Freling

    2013-01-01

    Full Text Available The objective of this study was to evaluate the efficiency of progestagen intravaginal devices (IVDs in preventing parturition in sows by determining the effect of delaying parturition on the alive/total born piglets ratio. Evaluations of IVDs containing 0.5, 1.0 or 1.5g progesterone (P4 showed they were not effective in delaying parturition at any dosage tested. In a second experiment, seventy-five sows at day 112 of pregnancy were equally distributed (n=15 per group in the following treatments: prostaglandin (PGF2α; 250µg sodium cloprostenol; control group or PGF2α and simultaneous insertion of an IVD containing medroxyprogesterone acetate (MPA for 48h. Control sows initiated labor 27.7±1.6h after PGF2α injection. The mean time (±SEM between PGF2α administration and parturition was 72.1±8.8h, 72.7±3.8h, 82.7±7.1h and 81.8±3.5h for MPA 100, 200, 400 and 800mg, respectively, differing from control group (P0.05. These findings confirm that IVDs impregnated with MPA can effectively prevent parturition in sows without affecting the alive/total born piglets ratio and therefore represent an alternative to avoid weekend farrowing in swine herds.O objetivo do presente estudo foi avaliar a eficiência de dispositivos intravaginais (DIVs contendo progestágeno na prevenção do parto e determinar o efeito do atraso do parto sobre a proporção de leitões vivos/nascidos totais. DIVs contendo 0,5, 1,0 ou 1,5g de progesterona (P4 não foram eficientes na prevenção do parto em nenhuma das doses. No experimento 2, setenta e cinco porcas aos 112 dias de gestação foram equilibradamente distribuídas (n=15 por grupo nos seguintes tratamentos: prostaglandina (PGF2α; 250µg cloprostenol sódico; grupo controle ou PGF2α e simultânea inserção de DIV contendo acetato de medroxiprogesterona (MAP por 48h. Fêmeas do grupo controle iniciaram o parto 27,7±1,6h após injeção de PGF2α. O tempo médio entre a administração de PGF2α e início do

  1. Perfil epidemiológico e evolução clínica pós-parto na pré-eclâmpsia grave Epidemiological profile and postpartum outcome in severe preeclampsia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brena Carvalho Pinto de Melo

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Descrever o perfil epidemiológico e o comportamento dos níveis tensionais no puerpério de mulheres admitidas durante a gravidez com pré-eclâmpsia grave. MÉTODOS: Realizou-se uma análise secundária de um estudo de coorte, com gestantes acima de 28 semanas de gestação, com diagnóstico de pré-eclâmpsia grave, sem trabalho de parto, admitidas na maternidade do Instituto Materno-Infantil Prof. Fernando Figueira (IMIP, entre novembro de 2006 e setembro de 2007. Pacientes com hipertensão arterial crônica, doenças auto-imunes, diabetes, gestação gemelar e sinais clínicos de instabilidade hemodinâmica foram excluídas. Analisaram-se características biológicas, demográficas, obstétricas, além do comportamento da pressão sistólica e diastólica no puerpério. RESULTADOS: Incluiu-se 154 pacientes com pré-eclâmpsia grave. A média de idade foi de 25,1 + 6,5 anos. Em relação à escolaridade, 45,5% tinham 11 anos completos de estudos, 20,1% dos partos foram transpelvinos e a frequência de prematuridade encontrada foi de 59,7%. Houve dois casos de eclâmpsia, dezoito casos de síndrome HELLP e 43 casos de oligúria. A duração do internamento hospitalar puerperal variou de 1 a 30 dias e 45% das pacientes permaneceram internadas até o sétimo dia pós-parto. Emergências hipertensivas foram registradas em 53,9% das pacientes no pós-parto. Receberam alta em uso de droga anti-hipertensiva 76,5% das pacientes. Em relação à evolução dos níveis tensionais, observou-se queda dos níveis a partir do terceiro dia pós-parto. CONCLUSÃO: Puérperas com pré-eclâmpsia grave têm controle pressórico a partir do terceiro dia pós-parto e elevada freqüência de alta hospitalar em uso de drogas anti-hipertensivas.BACKGROUND: To describe maternal characteristics and blood pressure behavior in the puerperium of women admitted, during pregnancy, with diagnosis of severe preeclampsia. METHODS: A cohort study was conducted

  2. Distribuição do parto vaginal e da cesariana no município do Rio de Janeiro no período de 2001 a 2004 Distribución del parto vaginal y de la cesarea en el municipio del Rio de Janeiro en el periodo de 2001 hasta 2004 Distribution of the vaginal birth and of the cesarean in the city of Rio de Janeiro from 2001 to 2004

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virginia Maria de Azevedo Oliveira Knupp

    2008-03-01

    Full Text Available O parto vaginal é um processo natural que acontece por si mesmo, não necessitando da intervenção de terceiro. A cesariana é uma intervenção médica sobre um processo que a natureza resolve e regula sem artifícios. O objetivo desse estudo é analisar a distribuição do parto vaginal e da cesariana no Município do Rio de Janeiro no período de 2001 a 2004 e estudálos segundo as variáveis: raça da parturiente, área de planejamento de residência, local de ocorrência, natureza jurídica do hospital, faixa etária, estado civil e escolaridade da mãe, consulta pré-natal e Apgar no 1º minuto. Estudo descritivo de base populacional, que analisou as Declarações de Nascidos Vivos do Município do Rio de Janeiro em 2001 a 2004 através do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos. As altas taxas de cesariana foram observadas nas regiões com maior poder econômico, instituições privadas, em mulheres acima de 35 anos, em casadas e com maior escolaridade.El parto vaginal es un proceso que acontece por si mismo, no habiendo necesidad de intervención de terceros. La cesarea es una intervención médica sobre un proceso que la naturaleza resolve sin artificios. El objetivo de este estudio es analizar la distribución del parto vaginal y de la cesarea en el Municipio del Rio de Janeiro en el periodo de 2001 hasta 2004 y estudiar según las variables: raza de la parturiente, área de planificación de residencia, ubicación de ocurrencia, naturaleza jurídica del hospital,edad, estado civil y escolaridad de la madre, consulta prenatal y Apgar en el primer minuto. Estudio descriptivo de base poblacional, que analisó las Declaraciones de Nacidos Vivos del Municipio del Rio de Janeiro en 2001 hasta 2004 a través del Sistema de Información sobre Nacidos Vivos. Las altas tazas de cesarea fueron observadas en las regiones con mayor poder económico, instituciones privadas, en mujeres con más de 35 años, en casadas y con mayor escolaridad

  3. A negociação do cuidado de enfermagem obstétrica através das práticas educativas na casa de parto La negociación cultural del cuidado de enfermería obstétrica en una casa de partos brasileña Cultural negotiation of obstetric nursing care by educational practices in a brazilian birth center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jane Márcia Progianti

    2008-12-01

    Full Text Available O estudo reflete sobre o cuidado de enfermagem obstétrica desenvolvido na Casa de Parto David Capistrano Filho. Esta reflexão, utilizando-se do conceito de negociação da teoria do Cuidado Cultural e do conceito de Educação em Saúde, respondeu por que neste espaço, construído para o desenvolvimento de ações sob a visão do modelo humanizado, as enfermeiras obstétricas se apóiam nas práticas de educação em saúde. Concluiu-se que a educação em saúde é instrumento do cuidado cultural, e as enfermeiras, ao utilizarem as práticas educativas, estão negociando o cuidado humanizado com a mulher que está socialmente habituada com as concepções do modelo tecnocrático. Deste modo, sem invasões e imposições, colaboram com a fisiologia da gestação e do parto porque evitam o choque cultural e reestruturam o cuidado cultural medicalizado no campo obstétrico por mudar a maneira medicalizada da mulher de parir.El estudio discute el cuidado de enfermería obstétrica proporcionado en el Centro de Parto David Capistrano Filho. Esta reflexión, basada en el concepto de la negociación de la Teoría del Cuidado Cultural y en el concepto de Educación en Salud, buscó la razón por qué en este espacio, que se creó para el desarrollo de acciones bajo la perspectiva humanizada, las enfermeras obstétricas fundamentan sus prácticas en los principios de la educación en salud. Fue concluido que la educación en salud es un instrumento de cuidado cultural y las enfermeras mientras usando las prácticas educativas también están usando la negociación del cuidado, en una perspectiva humanizada, con la mujer que socialmente está acostumbrada con las concepciones del modelo tecnocrático. Sin las invasiones e imposiciones, las enfermeras colaboran con la fisiología del embarazo y parto porque, actuando de esta manera, evitan el choque cultural. Reestructuran el cuidado cultural en el campo obstétrico por cambiar la manera hospitalizada

  4. Uso do laser infravermelho em episiotomia: ensaio clínico aleatorizado

    OpenAIRE

    Marina Barreto Alvarenga

    2012-01-01

    Introdução: A episiotomia é uma ampliação cirúrgica do períneo amplamente utilizada na assistência ao parto, embora seu emprego rotineiro não seja justificado pelas evidências científicas. Está associada à dor e ao desconforto no período pós-parto. O Laser em Baixa Intensidade (LBI) vem se destacando na literatura como uma tecnologia promissora em relação ao tratamento de feridas. Apresenta efeitos de redução da dor, inflamação e estímulo à cicatrização. Objetivo: Avaliar os efeitos do laser ...

  5. PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS BRASILEIRAS DE ENFERMEIRAS OBSTÉTRICAS SOBRE PARTO DOMICILIAR: REVISÃO SISTEMÁTICA DE LITERATURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Simoni Silveira Feyer

    2013-01-01

    Full Text Available Este estudio de revisión, fue realizado en revistas nacionales, destinado a caracterizar la producción científica de las enfermeras brasileñas sobre el parto domiciliar, e identificar los resultados obtenidos. Se identificaron 27 artículos, de los cuales 10 cumplieron con los criterios de inclusión y exclusión, de los cuales, ocho constituyeron el corpus del análisis, de acuerdo con Critical Appraisal Skills Programme. Los datos fueron resumidos por el enfoque meta-etnográfico, a través del proceso interpretativo de reciprocal translation. Surgieron tres categorías: La atención proporcionada por las parteras; Las experiencias de mujeres atendidas por profesionales de la salud en el parto en casa; y, Las experiencias comparativas de las mujeres que dieron a luz a sus bebés en partos en el hogar y el hospital. La meta-categoría "parto humanizado en el ambiente cálido del hogar" señala una mirada hacia la realidad del parto en casa en Brasil. Los resultados muestran la práctica de las parteras tradicionales, la satisfacción de las mujeres que tuvieron sus hijos en casa, y un revelan un importante vacío sobre la producción de conocimiento de la enfermera obstétrica en el parto en casa.

  6. Perfil clínico, laboratorial e complicações de pacientes com síndrome HELLP admitidas em uma unidade de terapia intensiva obstétrica Clinical and laboratorial profile and complications of patients with HELLP syndrome admitted in an obstetric intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Katz

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever o perfil clínico e laboratorial e complicações de pacientes com síndrome HELLP internadas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI obstétrica e incluídas em um ensaio clínico randomizado para avaliar a eficácia do uso da dexametasona. MÉTODOS: O PRESente estudo corresponde a uma análise secundária das pacientes submetidas a um ensaio clínico randomizado realizado entre agosto de 2005 e novembro de 2006. A amostra foi composta de puérperas com diagnóstico de síndrome HELLP (pré ou pós-parto, que não fossem usuárias crônicas de corticosteróides ou portadoras de doenças crônicas que pudessem alterar os parâmetros laboratoriais da doença. Pacientes muito graves ou que não tivessem condições de consentir em participar também não foram incluídas no estudo. Os dados foram coletados por meio de formulários padronizados preparados especialmente para serem utilizados no estudo. As variáveis analisadas foram: idade, paridade, idade gestacional na admissão e na interrupção da gestação, época do diagnóstico de síndrome HELLP, classificação da síndrome HELLP (completa ou incompleta, pressão arterial e diurese na admissão. Os resultados laboratoriais analisados no momento do diagnóstico da síndrome HELLP foram: hemoglobina, contagem de plaquetas e dehidrogenase lática, transaminases e bilirrubinas séricas. Analisaram-se ainda as complicações apresentadas: oligúria, insuficiência renal aguda, manifestações hemorrágicas, edema agudo de pulmão, óbito, necessidade de hemotransfusão e tempo de internamento hospitalar. A digitação e a análise estatística foram realizadas usando-se o programa Epi-Info 3.3.2. RESULTADOS: foram avaliadas 105 pacientes. A idade variou de 14 a 49 anos, com média de 26,7. Em relação à paridade, 56 pacientes (53,8% eram primigestas. O diagnóstico da síndrome HELLP foi feito no período pré-parto em 47 pacientes (45,2% com idade gestacional média de 32

  7. O controle da hemorragia pós-parto com a técnica de sutura de B-Lynch: série de casos The control of postpartum hemorrhage with the B-Lynch suture technique: a case series

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Nagahama

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: apresentar uma técnica cirúrgica para pacientes submetidas ao parto cesáreo e que evoluem com hemorragia refratária ao uso de medicamentos. MÉTODOS: o critério de seleção das pacientes era falha do tratamento farmacológico no controle da hemorragia pós-parto e o desejo da paciente em preservar o útero. As pacientes foram submetidas ao parto cesáreo e evoluíram com hemorragia pós-parto imediata refratária ao uso de ocitocina, ergometrina e misoprostol. Aplicamos a técnica de sutura descrita por B-Lynch sem modificações. Com fio cromado catgut-2 ou poliglactina-1, transfixamos o útero em seis pontos, conforme padronização. Após compressão manual do útero realizada pelo assistente, o fio é tracionado pelas suas extremidades pelo cirurgião e é aplicado um nó duplo seguido de dois nós simples, para em seguida realizar-se a histerorrafia. RESULTADOS: utilizamos o fio cromado catgut-2 agulhado em três casos e poliglactina-1 agulhado em um. Nos quatro casos houve parada imediata do sangramento vaginal após aplicação da sutura. Não houve qualquer complicação durante a realização do procedimento e nem no puerpério imediato e tardio das quatro pacientes. CONCLUSÕES: esta técnica representa uma alternativa cirúrgica para o manejo da hemorragia pós-parto. Com sua aplicação relativamente fácil, rápida e segura, pode representar uma redução da morbimortalidade materna em nosso país.PURPOSE: to present a surgical technique for patients submitted to caesarean section, which evolves to medicine refractory hemorrhage. METHODS: a case report study, of which the including criteria were failure in the pharmacological treatment to control post-partum hemorrhage, and the patients' request to preserve their uterus. Four patients submitted to caesarean section which evolved to immediate post-partum hemorrhage, refractory to the use of ocytocin, ergometrine and misoprostol, were treated with the suture technique

  8. Another Look at the PART-O Using the Traumatic Brain Injury Model Systems National Database: Scoring to Optimize Psychometrics.

    Science.gov (United States)

    Malec, James F; Whiteneck, Gale G; Bogner, Jennifer A

    2016-02-01

    To integrate previous approaches to scoring the Participation Assessment with Recombined Tools-Objective (PART-O) in a unidimensional scale. Retrospective analysis of PART-O data from the Traumatic Brain Injury Model Systems. Community. Data from individuals (N=469) selected randomly from participants who completed 1-year follow-up in the Traumatic Brain Injury Model Systems were used in Rasch model development. The model was subsequently tested on data from additional random samples of similar size at 1-, 2-, 5-, 10-, and >15-year follow-ups. Not applicable. PART-O. After combining items for productivity and social interaction, the initial analysis at 1-year follow-up indicated relatively good fit to the Rasch model (person reliability=.80) but also suggested item misfit and that the 0-to-5 scale used for most items did not consistently show clear separation between rating levels. Reducing item rating scales to 3 levels (except combined and dichotomous items) resolved these issues and demonstrated good item level discrimination, fit, and person reliability (.81), with no evidence of multidimensionality. These results replicated in analyses at each additional follow-up period. Modifications to item scoring for the PART-O resulted in a unidimensional parametric equivalent measure that addresses previous concerns about competing item relations, and it fit the Rasch model consistently across follow-up periods. The person-item map shows a progression toward greater community participation from solitary and dyadic activities, such as leaving the house and having a friend through social and productivity activities, to group activities with others who share interests or beliefs. Copyright © 2016 American Congress of Rehabilitation Medicine. Published by Elsevier Inc. All rights reserved.

  9. PRÁTICAS PREJUDICIAIS AO PARTO: RELATO DOS TRABALHADORES DE SAÚDE DO SUL DO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Franco de Carvalho

    2010-01-01

    Full Text Available Este estudio tiene como objetivo identificar el uso de prácticas clasificadas perjudiciales en el parto normal, en un hospital universitario del sur de Brasil, a partir del relato de los profesionales de salud del local. Investigación de tipo exploratoria-descriptiva, desarrollada a través de entrevistas con 23 profesionales entre julio/2008 y octubre/ 2009. Se realizó un análisis descriptivo de los datos instaurándose correlación con las recomendaciones de la Organización Mundial de Salud y del Ministerio de Salud Pública. Se comprobó que la mayoría de los profesionales emplea prácticas consideradas perjudiciales para el parto, como episiotomía, posición de litotomía, tricotomía y el uso de oxitocina. La única práctica en desuso en la unidad en estudio fue el enteroclisma. Para cambiar esta realidad, es necesario que haya inversión en cursos de perfeccionamiento y en experiencias exitosas de partos naturales.

  10. Comparación de la atención del parto normal en los sistemas hospitalario y tradicional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Méndez-González Rosa María

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo. Comparar la atención del parto por vía vaginal entre los sistemas hospitalario y tradicional, para identificar recursos y procedimientos utilizados, y la aparición de complicaciones maternas y neonatales derivadas del tipo de atención. Material y métodos. Estudio transversal realizado en tres hospitales de la ciudad de Mérida y cuatro municipios del estado de Yucatán, México, entre 1989 y 1990. La muestra estuvo constituida por 205 mujeres que tuvieron parto por vía vaginal. Se observó la atención del parto y, a los 15 días posparto, se les entrevistó para detectar complicaciones maternas y neonatales. Se calcularon proporciones y se aplicó ji cuadrada para compararlas. Resultados. Se presentaron complicaciones en ambos sistemas. Sin embargo, en el hospitalario predominaron las maternas y en el tradicional, las neonatales. El número total de complicaciones fue similar. Conclusiones. La calidad de la atención fue similar en ambos servicios. Las complicaciones observadas pueden atribuirse a los recursos y acciones utilizados en cada sistema. Se requieren más estudios de este tipo para contar con evaluaciones objetivas de las ventajas y desventajas de ambos sistemas y contribuir a mejorar la calidad de la atención materno-infantil.

  11. Perfil energético e hormonal de ovelhas Santa Inês do terço médio da gestação ao pós-parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina A.S.C. Araujo

    2014-12-01

    Full Text Available No período periparto ocorrem importantes adequações fisiológicas que, se não forem efetivas predispõem a fêmea a enfermidades metabólicas. O conhecimento desta adaptação é relevante para que sejam implementadas, precocemente, medidas preventivas a poupar perdas produtivas. Com este objetivo foi avaliado o perfil energético e hormonal de ovelhas Santa Inês durante a gestação e puerpério. Foram utilizadas 10 ovelhas não gestantes (G0, 10 gestantes de um (G1 e 14 gestantes de dois e três fetos (G2. Foram avaliadas concentrações plasmáticas de glicose, ácidos graxos não esterificados (AGNE, betahidroxibutirato (BHB, e as concentrações séricas de insulina, glucagon, cortisol, triiodotironina (T3 e tiroxina (T4 a partir do 88º dia de gestação até o 28º dia pós-parto. No terço final de gestação, ovelhas gestantes apresentaram maiores concentrações de AGNE, T3 e T4 que as ovelhas não gestantes. No momento do parto foram observadas maiores concentrações de glicose, AGNE e T3 para todas as ovelhas gestantes em relação às não gestantes. Não houve diferença entre as ovelhas gestantes de um, dois ou três fetos. As diferenças observadas ocorreram apenas entre ovelhas gestantes e as vazias. Portanto, quando há adequada adaptação neste período de elevado desafio metabólico, os parâmetros bioquímicos aqui considerados independem do número de fetos gestados e podem ser considerados como valores de referência para ovelhas gestantes de um feto ou mais fetos do terço médio de gestação ao primeiro mês pós-parto.

  12. Prevenção do parto prematuro: emprego do toque vaginal e da ultra-sononografia transvaginal Prevention of preterm birth: use of digital examination and transvaginal ultrasonography

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlete Ayako Yamasaki

    1998-07-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar o colo uterino por meio do toque vaginal e da ultra-sonografia transvaginal em gestantes de risco elevado para o parto prematuro. Métodos: durante o período compreendido entre fevereiro de 1995 e setembro de 1997 foram acompanhadas 38 gestantes com elevado risco para o parto prematuro entre a 20ª e 36ª semana de gestação. Estas pacientes foram submetidas semanalmente ao toque vaginal e ao exame ultra-sonográfico transvaginal. O toque vaginal avaliou o colo uterino quanto a dois parâmetros: comprimento e dilatação. A ultra-sonografia transvaginal estudou o comprimento e o diâmetro anteroposterior do colo uterino. Foram analisados os comportamentos destas medidas cervicais ao longo da gestação. Os dois métodos foram comparados quanto à avaliação cervical e à acurácia no diagnóstico do parto prematuro. Resultados: a incidência de partos prematuros foi de 18,4% (7/38. As medidas do comprimento cervical obtidas pela ultra-sonografia foram sempre maiores em relação às medidas obtidas pelo toque vaginal. Mediante análise pelo teste de hipóteses foram observadas uma relação indireta entre o comprimento cervical e a idade gestacional por meio do toque e do estudo ultra-sonográfico (pObjective: to evaluate the uterine cervix by digital and transvaginal ultrasound examinations in pregnant women at high risk of having premature delivery. Methods: during the period between February 1995 and September 1997, 38 pregnant women at high risk of having premature delivery between the 20th and 36th week of gestation were examined. These patients were submitted weekly to both digital and transvaginal ultrasound examinations. The digital examination evaluated the uterine cervix using two parameters: length and dilation. The transvaginal ultrasound studied the length and the anteroposterior diameter of the uterine cervix. The behavior of these cervical measurements was analyzed throughout the pregnancies. The two methods

  13. Relação entre peso ao nascer, sexo do recém-nascido e tipo de parto The relationship among infant birth weight and sex, and type of delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Augusto Franco de Siqueira

    1981-06-01

    Full Text Available Foram estudadas duas maternidades que atendem a população de níveis sócio-econômicos heterogêneos para avaliar a influência do peso do recém-nascido no tipo de parto. Foram analisados 16.095 nascimento. Verificou-se aumento da incidência de cesareanas com o aumento do peso do recém-nascido, nas duas maternidades, mas na maternidade particular a incidência foi mais elevada em relação à maternidade assistencial. Chamou a atenção o fato da não associação entre o tipo de parto e o peso do recém-nascido nas mulheres que tiveram atendimento particular. A predominância do sexo feminino no grupo de peso de 2.500 g e menos foi estatisticamente significante e do mesmo modo a maior proporção do sexo masculino nos recém-nascidos com mais de 4.000 g.In order to assess the influence of birth weight on the type of birth two maternity hospitals whose patients were of different socio-economic levels were studied. 16,095 births were analysed. It was discovered that the incidence of cesarian sections increased with the increase in birth weight in both hospitals, but that in the private hospital the incidence was four times higher than in the hospital for the poor. No relation was found, in those women who received private treatment, between type of brith and birth weight. Among those babies who weighed 2500g or less at birth, there was found to be a significant predominance of girls and for those who weighed more than 4000g there was, equally, a larger proportion of boys.

  14. Utilidad del tratamiento con hidratación y nifedipino en la amenaza de parto pretérmino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen A. Argote Viñals

    2014-08-01

    Full Text Available Se realizó un estudio transversal en gestantes ingresadas con el diagnóstico de amenaza de parto pretérmino, en la sala de cuidados maternos-perinatales del Servicio de Obstetricia del Hospital General Docente “Dr. Ernesto Guevara” de Las Tunas, con el objetivo de determinar la utilidad del tratamiento de la amenaza de parto pretérmino con el empleo de hidratación y nifedipino como terapéutica de elección, en una muestra de 86 gestantes con embarazo viable entre 28 y 34 semanas, que recibieron como tratamiento de ataque la hidratación endovenosa, el reposo en cama y el uso de bloqueadores de los canales del calcio. Se estudiaron como variables: edad materna, edad gestacional al ingreso, paridad, antecedentes personales, tiempo para la desaparición de los síntomas, estadía en la sala de cuidados maternos perinatales y tocolíticos empleados. Predominaron las gestantes de entre 20 y 24 años de edad; las de edad gestacional al ingreso entre 32 a 34 semanas, 37 casos para un 43,1%; las que tenían un parto anterior, 42 (48,8%. Los abortos espontáneos previos (26,7% y el parto prematuro anterior (24,4% resultaron los antecedentes patológicos maternos más significativos. El 53,6% de las gestantes necesitaron tres horas para la desaparición de los síntomas y tres días para estar de alta. El 89,6% pudo llegar al término de su gestación. El empleo de nifedipino e hidratación como tratamiento de elección en la amenaza de parto pretérmino se relacionó con la reducción en el tiempo de alivio de los síntomas, una menor estadía y la prolongación de la gestación, lo que hace a este esquema terapéutico como el más recomendable para la atención de este problema de salud en condiciones similares a la de la investigación

  15. Prevalência e preditores de sintomatologia depressiva após o parto Prevalence and predictors of depressive symptoms after childbirth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Costa

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A depressão pós-parto é uma patologia que ocorre nas primeiras semanas após o parto com conseqüências negativas não só para a mãe, como também para o bebê e para a família. OBJETIVO: Examinar a prevalência de depressão após o parto, bem como as circunstâncias suscetíveis de predizer a sintomatologia depressiva 1 semana e 3 meses após o parto. MÉTODOS: 197 grávidas preencheram o Questionário de Antecipação do Parto (QAP (Costa et al., 2005a no segundo trimestre de gestação. Na primeira semana após o parto, responderam ao Questionário de Experiência e Satisfação com o Parto (QESP (Costa et al., 2005b e à Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS (Augusto et al., 1996, esta última aplicada novamente no terceiro mês do puerpério. RESULTADOS: Uma percentagem significativa de mulheres encontra-se clinicamente deprimida (EPDS 13 na primeira semana e 3 meses após o parto (12,4% e 13,7%, respectivamente. Das que têm EPDS > 13 na primeira semana, 25% estão ainda deprimidas 3 meses após o parto. Circunstâncias relativas à saúde física, à experiência emocional de parto e ao primeiro contato com o bebê predizem a sintomatologia depressiva na primeira semana do puerpério. A sintomatologia depressiva na primeira semana após o parto e a experiência emocional negativa de parto predizem a sintomatologia depressiva 3 meses após o parto. CONCLUSÕES: Constata-se a importância da experiência emocional de parto e do primeiro contato com o bebê, enfatizando a necessidade de atender às necessidades psicológicas da mulher.BACKGROUND: Postnatal depression is a pathology occurring in the first weeks after childbirth with negative consequence not only for mothers, but also for theirs babies and families. OBJECTIVE: To examine the prevalence of postnatal depression and factors that might predict depressive symptoms one week and three months after childbirth. METHODS: 197 pregnant women filled out the

  16. Enfermedad periodontal: ¿es factor de riesgo para parto pretérmino, bajo peso al nacer o preeclampsia?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luis Castaldi

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Evaluar si la enfermedad periodontal (EP constituye un factor de riesgo de parto pretérmino, bajo peso al nacer o preeclampsia y si hay alguna relación entre las formas clínicas de la EP y los resultados obstétricos mencionados. MÉTODOS: Estudio analítico, transversal y prospectivo de todas las mujeres que tuvieron su parto en el Hospital Dr. José Penna, de la ciudad de Bahía Blanca, Argentina, entre el 1.º de febrero y el 18 de julio de 2003 y entre el 1.º de marzo y el 31 de mayo de 2004. A las mujeres que cumplieron los criterios de inclusión (ser mayor de 18 años, tener al menos 18 dientes, no ser diabética y que los hijos hubieran sobrevivido al parto se les practicó un examen odontológico en busca de hemorragia al sondaje, movilidad dentaria o inflamación gingival y se realizaron mediciones clínicas de la pérdida de inserción. Se calcularon las razones de posibilidades (odds ratios, RP con sus intervalos de confianza del 95% (IC95% y se ajustaron los resultados por las variables "ser fumadora" y "tener anemia". RESULTADOS: Se registraron 2 003 nacimientos, correspondientes a 1 982 partos. Se excluyeron 420 (21,2% mujeres por no cumplir los criterios de inclusión o por no poder realizárseles el diagnóstico odontológico previsto. De las 1 562 mujeres evaluadas, 809 (51,8% presentaban alguna de las afecciones buscadas; de ellas, 274 (17,5% padecían EP grave y 535 (34,3% tenían gingivitis. En total, 149 (9,5% partos fueron pretérmino, en 161 (10,3% nacieron niños con bajo peso y en 157 (10,0% se presentaron casos de preeclampsia. No se observó asociación alguna entre la EP y el parto pretérmino (RP = 1,06; IC95%: 0,74 a 1,50, el bajo peso al nacer (RP = 1,05; IC95%: 0,74 a 1,47 y la preeclampsia (RP = 0,99; IC95%: 0,70 a 1,40. El riesgo de dar a luz un niño con bajo peso al nacer en el subgrupo de fumadoras de más de 10 cigarrillos diarios fue mayor en las que tenían enfermedad periodontal grave que

  17. Sintomas obsessivo-compulsivos na depressão pós-parto: relatos de casos Obsessive-compulsive symptoms in postpartum depression: case reports

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Fonseca Zambaldi

    2008-08-01

    Full Text Available A depressão pós-parto é o transtorno afetivo mais prevalente no puerpério. O seu quadro clínico apresenta algumas peculiaridades sintomatológicas, podendo uma delas ser a presença mais freqüente de obsessões e compulsões. Relatamos seis casos identificados pela análise de prontuários de puérperas atendidas no Programa de Saúde Mental da Mulher do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco. Todas elas tinham diagnóstico de depressão através do Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I Disorders (SCID-I e apresentavam concomitantemente sintomas obsessivo-compulsivos. Nos relatos, abordamos o período de aparecimento desses sintomas nas mulheres deprimidas, assim como o seu conteúdo, duração e resposta ao tratamento. Em duas mulheres, os sintomas obsessivo-compulsivos precederam os depressivos, e em outras duas, deu-se o inverso. Houve exacerbação de obsessões e compulsões preexistentes em duas puérperas. O conteúdo mais freqüente foi de pensamentos agressivos contra o bebê. Os sintomas tenderam a diminuir juntamente com a melhora da depressão.Postpartum depression is the most common affective disorder in the puerperium. There are some particular symptoms in its clinical presentation, and one might be the higher frequency of obsessions and compulsions. We report six cases identified from the analysis of medical charts of puerperal women receiving care at the Women's Mental Health Program, Hospital das Clínicas, Universidade Federal de Pernambuco, Brazil. All the women were diagnosed with postpartum depression using the Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I Disorders (SCID-I and had associated obsessive-compulsive symptoms. We report time of onset, topics, course and treatment response of these symptoms. Obsessive-compulsive symptoms preceded depressive symptoms in two women, and were succeeded in two other women. There was exacerbation of preexisting obsessions and compulsions in two

  18. Síndrome hemolítico-urêmica esporádica pós-parto Sporadic postpartum hemolytic uremic syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elza M. Moreira

    2008-08-01

    Full Text Available Anemia hemolítica microangiopática associado à trombocitopenia participa de um grupo de doenças que freqüentemente apresentam suas características clínicas muito semelhantes, sendo difícil distingui-las. A síndrome hemolítico-urêmica é dividida em duas apresentações: a forma não esporádica, que acomete comumente crianças após infecção bacteriana causando diarréia sanguinolenta, possui bom prognóstico; e a forma esporádica, que acomete adultos, sendo bem descritos casos em mulheres pósparto, é a forma sistêmica de trombocitopenia microangiopática de pior prognóstico com alta morbidade e mortalidade, cuja falência renal é o distúrbio predominante. Relatamos um caso de síndrome hemolítico-urêmica pós-parto em paciente previamente sadia, que apresentou quadro de insuficiência renal, anemia hemolítica e trombocitopenia. Instituída a terapêutica de suporte adequada e precocemente, a paciente evoluiu satisfatoriamente com normalização dos níveis pressóricos e recuperação da função renal.Microangiopathic hemolytic associated with thrombocytopenia is part of a disease group that frequently show likeness and that's why become difficult to separate them. There are two types of hemolytic uremic syndrome (HUS; the non sporadic type and the epidemic or "typical" type that is common on childreen that is associated with diarrhea and infection caused by verotoxinaproducing E. coli with a good prognostic; and the sporadic postpartum period. It is the systemic type of mocroangiophatic thrombocytopenia of poor prognostic with high morbidity and mortality which renal failure is the main disturb. We reported a case of HUS occuring in postpartum previously healthy, that showed abrupt renal failure, hemolytic anemia and thrombocytopenia. After proper therapy the patient developed a normal blood pressure and recovery renal function.

  19. Doulas na assistência ao parto: concepção de profissionais de enfermagem Doulas en la asistencia al parto: concepción de los profesionales de enfermería DOULAS in delivery assistance: perceptions of nursing professionals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise da Silva Santos

    2009-09-01

    Full Text Available Estudo descritivo, exploratório. Objetivou descrever a concepção das profissionais de enfermagem sobre a participação das doulas na assistência à mulher no trabalho de parto. Utilizou abordagem qualitativa com entrevista semiestruturada. Os sujeitos foram 11 auxiliares/técnicas de enfermagem e 5 enfermeiras (os atuantes no centro obstétrico de uma maternidade pública em Salvador, Bahia. Os resultados apontaram para três categorias: da ideia à realidade da iniciativa "doulas na sala de parto"; facilidades e dificuldades com a presença destas. Constata-se que essa iniciativa objetivou preencher a lacuna do acompanhante no centro obstétrico da instituição. Dentre as facilidades identificadas, têm relevância a substituição da família e o conforto físico proporcionado à mulher, e, como dificuldades, observam-se a indefinição do papel e a falta de clareza no limite de atuação das doulas. Apreendeu-se que as depoentes reconhecem a importância da atuação da doula, mas enfatizam problemas decorrentes da forma de inserção das doulas no serviço.Estudio descriptivo, exploratorio. El objetivo del presente fue describir el concepto de las profesionales de enfermería sobre la participación de las doulas en la asistencia a la mujer durante el trabajo de parto. El abordaje cualitativo con entrevista semiestructurada fue usado como método de estudio. Participaron 11 auxiliares/técnicas de enfermería y 5 enfermeras (os del Centro Obstétrico de una maternidad pública en Salvador-Bahia. Los resultados apuntaron para 3 categorias: de la idea a la realidad de la iniciativa doulas en la sala de parto; facilidades y dificultades de la actuación y presencia de la doulaen la sala de parto.. Se constató que esta iniciativa tiene como objetivo completar la falta de acompañante en el centro obstétrico de la institución. Entre las facilidades identificadas adquiere relevancia la substitución de la familia y el confort f

  20. The use of insulin to improve fertility of timed-inseminated postpartum suckled beef cows Uso de insulina para aumento da fertilidade de vacas de corte pós-parto lactantes inseminadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Augusto Schneider

    2010-10-01

    Full Text Available The objective of this work was to evaluate the effect of insulin alone or in association with equine chorionic gonadotropin (eCG on the fertility of postpartum beef cows subjected to synchronization. A total of 340 cows was subjected to fixed time artificial insemination. In the trial 1, the cows were subjected to temporary weaning (TW, while in the trial 2 the same protocol was tested without TW. The addition of an insulin injection to a progesterone/eCG-based protocol without TW increased the pregnancy rate of beef cows with body condition score (BCS equal to or lower than 2.5. Insulin had no effect on cows submitted to TW or with BCS equal to or higher than 3.0.O objetivo deste trabalho foi avaliar apenas o efeito da insulina ou dela em associação com gonadotrofina coriônica equina (eCG na fertilidade de vacas em pós-parto submetidas à sincronização. Um total de 340 vacas foi submetido à inseminação artificial em tempo fixo. No experimento 1, as vacas foram submetidas ao desmame temporário (DT, enquanto no experimento 2, o mesmo protocolo foi testado sem DT. A adição de uma injeção de insulina a um protocolo baseado em progesterona/eCG sem DT aumentou a taxa de prenhez de vacas de corte com escore de condição corporal (ECC igual ou menor que 2,5. A insulina não teve efeito em vacas submetidas a DT ou com ECC igual ou maior que 3,0.

  1. Baixas doses de misoprostol vaginal (12,5 versus 25 mcg para indução do parto a termo Low-dose vaginal misoprostol (12.5 versus 25 µg for induction of labor at term

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Airton Rangel Filho

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a efetividade de baixas doses de misoprostol vaginal (12,5 versus 25 mcg para indução do trabalho de parto. MÉTODOS: ensaio clínico controlado, randomizado, duplo-cego, realizado entre maio de 2005 e abril de 2006. Foram incluídas 62 gestantes com gravidez a termo, membranas íntegras, que necessitaram de indução do parto. Foi administrado 25 mcg (32 ou 12,5 mcg de misoprostol (30, a cada quatro horas, até, no máximo, oito doses. Estudaram-se o tipo de parto, tempo entre o início da indução e o parto, complicações perinatais e efeitos maternos adversos. As variáveis de controle foram idades materna e gestacional, paridade e índice de Bishop. Os testes estatísticos utilizados foram cálculos de médias, desvios padrão e teste t de Student (variáveis numéricas contínuas, c² (variáveis categóricas e Mann-Whitney (variáveis discretas. RESULTADOS: não houve diferença significante entre o Grupo de 12,5 e 25 mcg em relação ao intervalo de tempo entre a primeira dose e o parto (1.524 minutos versus 1.212 minutos, p=0,3, na freqüência de partos vaginais (70 versus 71,8%, p=0,7, no escore de Apgar inferior a sete ao quinto minuto (3,3 versus 6,25%, p=0,5 e na freqüência de taquissistolia (3,3 versus 6,2%, p=0,5. A média da dose total administrada de misoprostol foi significativamente maior no Grupo de 25 mcg (40 versus 61,2 mcg, p=0,03. CONCLUSÕES: misoprostol vaginal na dose de 12,5 mcg foi eficiente, com efeitos colaterais semelhante, à dose de 25 mcg de misoprostol vaginal, para indução do parto a termo.PURPOSE: to compare the effectiveness of low doses of vaginal misoprostol (12.5 versus 25 µg for induction of labor. METHODS: a double-blind, randomized, controlled clinical trial was performed in Santa Casa de Misericórdia de Sobral, from May 2005 to April 2006. Sixty-two term pregnant women, with intact membranes and with indication for labor induction, were included. They randomly received 25

  2. Comparative analysis between the cytobrush and low-volume uterine flush techniques for endometrial cytology in clinically normal postpartum crossbred dairy cowsComparação das técnicas de citologia endometrial escova citológica e lavado uterino de baixo volume no pós-parto de vacas leiteiras mestiças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Elsen Saut

    2013-10-01

    Full Text Available This study compared two frequently employed techniques for the collection of endometrial and inflammatory cells and characterized postpartum endometrial cytology (EC of clinically normal postpartum crossbred dairy cows in dairy farming system in Southwestern Brazil. Thirty-four crossbred, clinically healthy dairy cows with normal delivery and puerperium, complete uterine involution and without any treatment were monitored until 42 days in milk (DIM. All cows were evaluated by complete clinical and gynecological examinations at days 0, 7, 14, 21, 28, and 42 DIM. The gynecological examinations were done by transrectal palpation, ultrasonography, vaginoscopy, evaluation of the vaginal mucus and EC by using the cytobrush (CB and low-volume uterine flush (LVF techniques. The agreement (Kappa statistic between the two technicians was good for CB (86% and LVF (80.3% for the counting of the percentage of neutrophils. The average number of neutrophils was significantly higher throughout the experiment for LVF, but a reduced percentage of neutrophils were observed during the postpartum period for both techniques. The amount of macrophages, lymphocytes, and eosinophils were not affected during postpartum and there was no significant difference relative to these cells when the two techniques were compared. There were significant differences in the percentage of cows with subclinical endometritis only at d28 by CB (22.2% and LVF (59.3%. Objetivou-se comparar duas técnicas frequentemente usadas na colheita de células endometriais e inflamatórias e caracterizar a citologia endometrial (CE de vacas leiteiras mestiças no pós-parto fisiológico, criadas em sistemas de fazendas leiteiras do sudoeste do Brasil. Foram utilizadas 34 vacas clinicamente sadias com parto e puerpério fisiológico, completa involução uterina e sem qualquer tratamento até os 42 dias pós-parto (dpp. Realizou-se o exame clínico e ginecológico no parto e aos 7, 14, 21, 28 e 42 dpp

  3. Periodontal disease treatment and risk of preterm birth: a systematic review and meta-analysis Tratamento de doença periodontal e risco de parto prematuro: revisão sistemática e metanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inês da Rosa

    2012-10-01

    Full Text Available The events leading to preterm birth are still not completely understood. A quantitative systematic review was performed to estimate the effects of periodontal care during pregnancy on preventing preterm birth and low birth weight. The meta-analysis included randomized trials with pregnant women with a diagnosis of periodontal disease before 20 weeks of gestation. Relative risk (RR with 95% confidence intervals (95%CI was calculated. We evaluated the reduction in preterm and low birth weight. Thirteen trials were included, comparing 3,576 women in intervention groups with 3,412 women receiving usual care. The meta-analysis of the effects of periodontal disease treatment during pregnancy indicated a non-significant reduction in preterm births (RR = 0.90; 95%CI: 0.68-1.19 and low birth weights (RR = 0.92; 95%CI: 0.71-1.20. The creation and examination of a funnel plot revealed clear evidence of publication bias. In summary, primary periodontal care during pregnancy cannot be considered an efficient way of reducing the incidence of preterm birth.Os eventos que levam à prematuridade ainda não são completamente compreendidos. Foi realizada uma revisão sistemática quantitativa para avaliar os efeitos do tratamento de doença periodontal durante a gravidez para prevenir o nascimento prematuro e baixo peso ao nascer. A metanálise incluiu estudos randomizados de grávidas com diagnóstico de doença periodontal antes de 20 semanas de gestação. O risco relativo (RR com intervalos de 95% de confiança (IC95% foi calculado. Avaliou-se os desfechos prematuridade e baixo peso ao nascer. Foram incluídos 13 estudos, comparando 3.576 mulheres em grupos de intervenção com 3.412 mulheres que receberam tratamento habitual. A metanálise mostrou uma redução não significativa nos partos prematuros (RR = 0,90; IC95%: 0,68-1,19 e baixo peso ao nascer (RR = 0,92; IC95%: 0,71-1,20. O gráfico de funil revelou clara evidência de viés de publicação. Em

  4. Parâmetros clínicos, hematológicos e bioquímicos de novilhas com hipocalcemia subclínica pré-parto suplementadas com dieta aniônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Pizoni

    Full Text Available RESUMO A hipótese do presente estudo consiste em que uma dieta aniônica prolongada acarretaria uma mobilização mais rápida do cálcio sanguíneo. O objetivo proposto foi avaliar parâmetros clínicos, hematológicos e bioquímicos de novilhas, com hipocalcemia subclínica, submetidas a diferentes períodos de fornecimento de dieta aniônica no pré-parto. Foram utilizadas nove novilhas da raça Holandês induzidas à hipocalcemia subclínica no pré-parto, divididas em três grupos: G0 = sem dieta aniônica antes da indução; G11 = 11 dias de dieta aniônica pré-indução; e G15 = 15 dias de dieta aniônica pré-indução. Foi realizado exame clínico antes e depois da indução, e avaliaram-se cálcio total e ionizado, magnésio e albumina nos dias -2, 0, 1, 2 e 3 (dia 0 = momento da indução e parâmetros hematológicos nos dias 0, 1, 2 e 3. O G11 apresentou maiores concentrações de cálcio total e ionizado que o G0 e maiores níveis de cálcio total que o G15 (P<0,01. O magnésio teve maiores valores no G15 quando comparado aos outros grupos (P<0,01. O G0 apresentou os maiores valores de monócitos e neutrófilos bastonetes (P<0,01. A dieta aniônica por 11 dias é suficiente para manter a homeostase do cálcio e a resposta leucocitária em novilhas desafiadas a uma diminuição do cálcio sanguíneo.

  5. Saberes e práticas de enfermeiros e obstetras: cooperação e conflito na assistência ao parto Cooperation and conflict in childbirth care: representations and practices of nurses and obstetricians

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonia Angulo-Tuesta

    2003-10-01

    Full Text Available A incorporação crescente de enfermeiros constitui uma das estratégias para melhorar a assistência obstétrica no Brasil, onde o parto é atendido sobretudo por obstetras e em hospitais públicos. Nosso estudo, realizado em duas maternidades do Rio de Janeiro, busca compreender as representações de obstetras e de enfermeiras sobre o trabalho em equipe. Analisa de que forma as dimensões de poder, cooperação e conflito, e autonomia técnica são permeadas por concepções dualistas que influem na organização e qualidade da atenção à parturiente. Os resultados revelam, de um lado, o consenso sobre as vantagens da cooperação profissional para a melhoria da atenção, tendo como premissas a definição de papéis e a valorização de habilidades pessoais. De outro, conflitos vinculados às atribuições profissionais e condutas terapêuticas no parto refletem a percepção dos entrevistados a respeito da autonomia e da hierarquia profissional que relacionam o cuidado obstétrico à "observação objetiva" da parturiente. A magnitude dos conflitos apresenta-se diferenciada segundo o contexto institucional, indicando ser relacionada a limitações advindas de concepções dualistas que separam objetivo/subjetivo, racional/emocional, masculino/feminino, etc.In Brazil, where birthing generally occurs in hospitals and under the care of obstetricians, the incorporation of nurses is a strategy that has been used recently in an attempt to improve obstetric care. This study, conducted in two maternity hospitals in Rio de Janeiro, focuses on representations of obstetricians and nurses regarding teamwork and analyzes how the dimensions of power, cooperation/conflict, and technical autonomy are permeated by dualistic conceptions which influence the quality of health care for women during childbirth. On the one hand, the results show a consensus regarding the advantages of professional cooperation in the improvement of health care, assuming the

  6. Suplementação de propilenoglicol para vacas no período peri-parto: efeitos sobre incidência de cetose, produção leiteira, escore corporal e primeiro estro pós-parto - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i1.2143 Supplementation of propyleneglycol to dairy cows in the periparturient period: effects on incidence of ketosis, milk yield, body condition score, and first estrus postpartum - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i1.2143

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos de Sousa Lucci

    2003-04-01

    Full Text Available Foi objetivo deste estudo analisar os efeitos da suplementação de propilenoglicol para vacas em lactação sob a ocorrência de cetose e as suas conseqüências na: a produção de leite; e b variação do escore de condição de corporal e primeiro estro pós-parto. Vinte e três vacas da raça Holandesa foram alocadas em dois tratamentos: 1 300mL de propilenoglicol (grupo tratamento, 11 vacas, 2 300 ml de água (grupo controle, 12 vacas, administrados através de beberagem no período peri-parto. Foram colhidas amostras de plasma para análise de ß-hidroxibutirato e realizada a avaliação do escore de condição (ECC corporal. A incidência de cetose subclínica foi de 9,1% e 33,5%; o primeiro estro pós-parto foi em média 40,18 e 45,17 dias no grupo tratamento e controle, respectivamente. Não houve efeito do tratamento ou tempo sobre produção de leite, embora a interação tempo tratamento foi significativa. O ECC do grupo tratamento foi maior que o do grupo controle, mas não sofreu variação nos primeiros 60 dias de lactação.The aim of this study was to analyse the effects of propyleneglycol supplementation to the periparturient cows on the occurrence of ketosis and its consequences on: a milk yield; b variation of body condition score and first estrus postpartum. Twenty-three Holstein cows were distributed into two treatments: a 300mL of propyleneglycol (group treatment, 11 cows, b 300mL of water (group control, 12 cows, administered through drench in the periparturient period. Plasma samples were collected to the analysis of ß-hydroxybutyrate and the body condition score (BCS was carried out. The incidence of subclinical ketosis was 9.1 and 33.5%, and the first postpartum estrus was in an average of 40.18 and 45.17 days, in the treatment groups and control, respectively. There was no effect of treatment or time on milk yield, although the interaction of time&lowest;treatment was significant. The BCS of the treatment group was

  7. La atención del parto en Chiapas, México: ¿dónde y quién los atiende

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sánchez-Pérez Héctor Javier

    1998-01-01

    Full Text Available Objetivo. Identificar el sitio y el agente de atención del parto; analizar el agente de atención del parto según la atención prenatal (AP y factores sociodemográficos; identificar grupos con menor y mayor probabilidad de recibir atención por parte del personal de los servicios de salud; identificar los motivos de no atenderse en la unidad de salud más cercana al domicilio. Material y métodos. Se analizan datos sobre la atención del parto en 297 mujeres de la Región Fraylesca (Chiapas, usando modelos logit para la identificación de grupos. Resultados. El 32% de los partos ocurrieron en instituciones de salud, y 60%, en el hogar (mayoritariamente en condiciones higiénico-sanitarias desfavorables. Sólo 10% del grupo de mujeres con menos de cinco consultas de AP, una escolaridad menor al tercero de primaria y un jefe de hogar dedicado a labores agropecuarias, fue atendido por personal de salud. Conclusiones. Es necesario mejorar la cobertura, la aceptabilidad y la calidad de los servicios de salud e instrumentar un programa dirigido a incrementar el número de partos en condiciones higiénico-sanitarias adecuadas.

  8. CAPACITAÇÃO DE ENFERMEIRAS NO JAPÃO: CONTRIBUIÇÃO PARA A IMPLANTAÇÃO DA CASA DE PARTO NO RIO DE JANEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jane Márcia Progianti

    2013-01-01

    Full Text Available Estudio cualitativo histórico-social que discute las contribuciones de la capacitación de las enfermeras obstetras brasileñas en los centros de parto normales japoneses para la implantación de la Casa de Parto en Rio de Janeiro-RJ, en 2003. Las fuentes son documentos escritos y orales obtenidos en acervos y a través de entrevista semi-estructurada. Las etapas del análisis: ordenación, clasificación y triangulación de los datos. Para basar el análisis se utilizaron los conceptos de campo, habitus, poder simbólico y capital. Los resultados revelaron que la capacitación de las enfermeras obstétricas en el Curso de Asistencia al Parto en las Casas de Parto de Japón fue una estrategia del Gobierno Federal para reconfigurar el campo obstétrico que actualizó en habitus de estas enfermeras. Las dos enfermeras propuestas por la Secretaría Municipal de Sanidad-RJ al regreso del curso de formación ocuparon cargos institucionales que viabilizaron el funcionamiento de la Casa de Parto.

  9. EPIDURAL ANALGESIA DURING LABOR Analgesia epidural para el trabajo de parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Carlos Zafra Pedone

    2008-12-01

    Full Text Available Introduction: The labor pain affect to all pregnant woman and it has biochemical and physiological changes that affect to mother and fetus and interact with your normal evolution. Currently there are analgesic techniques to less effectively labor pain, to provide a high satisfaction level and supply clinical and laboratory beneficial outcomes. In own context these techniques are very low used. Objective: To describe the use of epidural analgesic procedures in a pregnancy woman group during labor at the Universitarian Hospital San Jose – Popayan, Colombia. Materials and methods: Case series design. We recollected information of patients from Obstetric service during two months of 2006. The patient’s information was recollected from medical history with an instrument that content variables related with the analgesic technique and labor. The analyses were performed using descriptive statistics Results: 41 pregnant woman with a mean age of 23,4 were included. 65,9% were nulliparous and 85,4% were term pregnancy. At the moment of dural puncture the dilation and EVA pain scale mode was 6 and 8 respectively. The latency mean was 14,1 minutes. 95,1% were require a booster applied in a mean of 80 minutes and 61% were required a second booster applied in a mean of 49 min after that. The way of termination of pregnancy was vaginal predominantly. Conclusions: The results of this study are congruent to reporting in the world literature. These conclusions support the effectiveness of epidural analgesia and its favorable benefit/risk relation to the control of labor pain. Introducción: El dolor asociado con el trabajo de parto afecta a todas las pacientes e involucra alteraciones que afectan a la madre y al feto e interactúan interfiriendo con su evolución normal. Actualmente disponemos de alternativas analgésicas peridurales que han demostrado controlar en forma efectiva el dolor, proporcionar un alto grado de satisfacción de las pacientes y proveer

  10. Fatores associados com a retenção e o ganho de peso pós-parto: uma revisão sistemática Risk factors associated with postpartum weight gain and retention: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Maria de Aquino Lacerda

    2004-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A retenção de peso após o parto é um dos determinantes da obesidade em mulheres. Seu desenvolvimento está relacionado com o ganho de peso gestacional, paridade, idade, situação marital, consumo energético, atividade física e lactação, mas as associações encontradas têm se mostrado inconclusivas e contraditórias. Objetivos: Avaliar estudos que identificaram fatores preditores da retenção e ganho de peso após o parto. MATERIAL E MÉTODOS: Foi realizada uma revisão de literatura na Base de Dados LILACS e MEDLINE, referente aos anos de 1993 a 2003. RESULTADOS: Vinte e oito artigos foram identificados, sendo 23 estudos de coorte, quatro estudos transversais e um estudo caso-controle. A maioria dos estudos foi realizada nos EUA e o tempo de acompanhamento após o parto ocorreu principalmente entre seis semanas e 24 meses. Cerca de 25% dos estudos apresentaram perdas superiores a 30%, 61% incluíram adolescentes na amostra e 75% não aferiram o peso pré-gestacional. Sete estudos foram considerados de melhor qualidade, pois utilizaram o peso pré-gestacional medido, incluíram grupo de comparação, excluíram adolescentes, apresentaram perdas de seguimento inferiores a 30% e controlaram para variáveis de confundimento. CONCLUSÃO: Ganho de peso gestacional, raça negra e paridade estão associados positivamente com a retenção de peso pós-parto. As evidências são contraditórias para a variável lactação e insuficientes para as variáveis consumo alimentar e atividade física. São necessários estudos cuidadosamente desenhados para esclarecer estas questões.BACKGROUND: Postpartum weight retention is a trigger for developing obesity in women. It is often associated with weight gain during pregnancy, parity, age, marital status, food intake, physical activity and lactation. However, the associations found have proven to be inconclusive or contradictory. OBJECTIVES: The purpose of this review was to study risk

  11. Alteração tireoidiana: um fator de risco associado à depressão pós-parto? Thyroid dysfunction: a risk factor associated with post-partum depression?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Enrico Cabral Ruschi

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estudar prevalência de depressão pósparto e sua correlação com alterações tireoidianas maternas. MÉTODOS: estudo observacional descritivo transversal realizado com 292 mulheres entre 31 e 180 dias após o parto, atendidas em unidades de saúde pública da Região Metroplitana de Vitória, Espírito Santo, Brasil. Analisou-se a amostra segundo características sociodemográficas e clínico-obstétricas. Definiu-se transtorno depressivo pelo escore igual ou superior a 12 na Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo (EPDS. A avaliação tireoidiana foi realizada por dosagens séricas de hormônio tireo-estimulante (TSH, tiroxina livre (T4 livre e dos anticorpos anti-peroxidase (TPO. Para avaliação dos resultados utilizamos técnicas de análise descritiva e teste do χ2, adotando nível de significância de 5%. RESULTADOS: 115 mulheres (39,4% apresentaram escores iguais ou superiores a 12 na EPDS, sendo consideradas deprimidas; 117 (60,6%, com escores inferiores a 12, foram consideradas não deprimidas. A prevalência de depressão pós-parto no grupo com alterações tireoidianas foi de 36% e no grupo sem alterações tireoidianas foi de 40%. Não houve diferença estatisticamente significante na frequência de depressão entre as pacientes com e sem alterações tireoidianas (χ2=0,131;p=0,717. CONCLUSÕES: a frequência de DPP foi elevada, não sendo observada associação entre depressão pós-parto e alterações tireoidianas.OBJECTIVES: to investigate the prevalence of post partum depression and its correlation with thyroid dysfunction in mothers. METHODS: a descriptive, cross-cutting observational study carried out among 292 women between the 31st and 180th days post partum, attending public health units in the Metropolitan Region of Vitória, in the State of Espírito Santo, Brazil. The sample was analyzed for socio-demographic and clinical-obstetric characteristics. A depressive disorder was defined by a score

  12. Abordagem fisioterapêutica no pré-parto: proposta de protocolo e avaliação da dor Physiotherapeutic approach in the pre-partum: proposed protocol and evaluate pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda de Souza Castro

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da abordagem fisioterapêutica no pré-parto e propor um protocolo de intervenção baseado na escala visual analógica (EVA de dor. Dez parturientes, na primeira fase do trabalho de parto, foram questionadas quanto à dor através da EVA e, com base nas respostas, foi proposto um protocolo, EVA 1-3: cinesioterapia, técnicas respiratórias, relaxamento e estímulo à deambulação; EVA 4-7: massoterapia, técnicas respiratórias, relaxamento e estímulo à deambulação; EVA 8-10: técnicas respiratórias, relaxamento e eletroestimulação nervosa transcutânea. Após as intervenções, as voluntárias foram questionadas novamente através da EVA. Os dados da EVA pré- e pós-intervenção foram submetidos ao teste t pareado, atingindo valor médio de 8,8 pré-intervenção e 8,2 pós-intervenção, sem diferença estatística. Os resultados obtidos por meio da análise quantitativa de dor demonstraram que não houve aumento da mesma até uma hora após a intervenção, fato considerado positivo, uma vez que em função da crescente dilatação é esperado um aumento da dor. O protocolo fisioterapêutico proposto mostrou ser de fácil aplicabilidade, podendo auxiliar o fisioterapeuta na escolha da conduta mais adequada à realidade da sala de pré-parto. A abordagem fisioterapêutica no pré-parto parece interferir positivamente sobre a dor e o desconforto materno no grupo estudado.The aim of this study was to evaluate the effects of physical therapy approach in the antepartum and to propose an intervention protocol based on the visual analogue scale (VAS of pain. Ten parturients in the first stage of labor were questioned about the pain by VAS. Based on the responses, we proposed a protocol VAS 1-3: kinesiotherapy, breathing techniques, relaxation and stimulation of walking; VAS 4-7: massage therapy, breathing techniques, relaxation and stimulation of walking; VAS 8-10: breathing techniques

  13. Fisioterapia para redução da diástase dos músculos retos abdominais no pós-parto Physiotherapy for reduction of diastasis of the recti abdominis muscles in the postpartum period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Aparecida Mesquita

    1999-06-01

    Full Text Available Objetivos: constatar se a intervenção fisioterápica no puerpério imediato é capaz de contribuir para a redução da diástase mais precocemente. Métodos: foi realizado um estudo longitudinal e aleatório, com 50 puérperas recrutadas na Maternidade-Escola Hilda Brandão da Santa Casa de Belo Horizonte (MEHB-SCBH, no período de abril a setembro de 1998. O grupo controle (N = 25 foi submetido à avaliação e mensuração da diástase (6 horas e 18 horas após o parto e no grupo de tratamento (N = 25 foi realizada a mesma avaliação e mensuração acima, assim como um protocolo de atendimento fisioterápico, 6 e 18 horas após o parto. Utilizou-se um paquímetro, instrumento de medida de precisão, na mensuração da diástase nas avaliações. Resultados: no período de 18 horas pós-parto, o grupo controle apresentou uma redução da diástase de 5,4% e o grupo de tratamento de 12,5%, em relação à primeira medida (6 horas após o parto, (pPurpose: to check if physiotherapy immediately after childbirth may contribute to early diastasis reduction. Methods: longitudinal and randomized study with 50 parturient women recruited in the Maternidade-Escola Hilda Brandão of the Santa Casa of Belo Horizonte, from April to September 1998. The control group (N = 25 was submitted to evaluation and measurement (6 h and 18 h after labor, and the treatment group (N = 25 was submitted to the same evaluation and measurement as above, as well as to a protocol for physiotherapeutic assistance, 6 and 18 h after labor. For the evaluations, a pachymeter, a precision instrument, was used to measure diastasis. Results: at 18 h after parturition, the control group presented a diastasis reduction of 5.4%, and the treatment group of 12.5%, as related to the first measure (6 h after delivery (p<0.001, with a confidence interval of 99%. Conclusions: these results show that the physiotherapeutic assistance immediately after childbirth determines a significant

  14. Administração de somatotropina bovina no período pré-parto sobre parâmetros produtivos, sanitários e reprodutivos da primeira lactação de vacas holandesas Bovine somatotropin administration during pre-delivery period to productive, sanitary and reproductive parameters of holstein cows' first lactation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laerte Dagher Cassoli

    2002-04-01

    Full Text Available Para avaliar a administração de somatotropina bovina (bST no período pré-parto, sobre o desempenho na primeira lactação, foram utilizadas 18 novilhas gestantes, de modo que 9 receberam injeções subcutâneas de 500mg de bST nos dias 21 e 9 antes da data prevista para o parto. Os animais foram alimentados com dieta total, 2 vezes ao dia, e os dados coletados foram relativos a parâmetros sanitários, produtivos e reprodutivos na primeira lactação. A administração de bST não afetou os parâmetros sanitários (retenção de placenta, metrite, deslocamento de abomaso, febre do leite e cetose e reprodutivo (cisto folicular. Entretanto, o uso de bST no pré-parto levou à variação de escore de condição corporal (ECC 65% maior, adiantou o pico de produção de leite em 9,7 dias e diminuiu os dias em lactação em 21,8 dias em relação ao controle (P The effects of pre-delivery administration of bovine somatotropin (bST on first lactation performance were evaluated in this study, which involved eighteen Holstein pregnant heifers. Nine animals were supplemented with subcutaneous injections of 500 mg of bST, on days 21 and 9 prior expected delivery, and 9 were not supplemented (control group. Animals were fed total mixed ration, twice daily. Data evaluated in this experiment were related to sanitary, reproductive and productive parameters during first lactation. Administration of bST did not affect parameters related to sanity (retained placenta, metritis, displacement abomasum, milk fever, ketosis, reproduction (follicular cysts. However, heifers supplemented with bST showed changes of body condition score 65% greater, anticipated milk production peak in 9.7 days and decreased number of days in lactation in 21,8 days, compared to the non-supplemented ones (p < 0.05. Milk production peak and milk production corrected for 305 days were not affected by bST administration.

  15. Fisioterapia respiratória em terapia intensiva neonatal

    OpenAIRE

    Medeiros, Laysa Gabrielle Silva; FIP; Oliveira, Francimery Costa Santos de; FIP; Guimarães, Jussara Pereira; FIP; Nascimento, Indianara Maria Araujo do; FIR

    2013-01-01

    Introdução: Por fisioterapia neonatal entende-se os procedimentos realizados pelo profissional de fisioterapia, no período que se inicia logo após o clampeamento do cordão umbilical e se prolonga até 28 dias após o parto. Durante esse período, o fisioterapeuta promove o manuseio da parte motora e pulmonar do recém-nascido. Na fisioterapia neonatal, um dos objetivos do manuseio pulmonar traduz-se na remoção das secreções brônquicas em excesso. Embora alguns estudos clínicos tenham demonstrado ...

  16. Mastite com septicemia em caninos causada por Staphylococcus intermedius

    OpenAIRE

    Borowsky, Luciane; Driemeier, David; Rozza, Daniela; Cardoso, Marisa Ribeiro de Itapema

    2003-01-01

    Os casos de mastite em caninos ocorrem mais comumente no período pós-parto ou como complicação de casos de pseudociese. Os microrganismos mais isolados nestes casos têm sido enterobactérias, estreptococos e estafilococos. Neste relato, são descritos três casos de cães com mastite aguda que evoluíram para óbito. Os animais apresentavam vômitos, abatimento, dificuldade respiratória e hálito urêmico. Na necropsia havia mastite gangrenosa e abscessos mamários nas mamas abdominais caudais e inguin...

  17. O uso de medicamentos em puérpuras interfere nas recomendações quanto ao aleitamento materno?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lamounier Joel A.

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: estudar a freqüência do uso de medicamentos no pós-parto imediato e verificar possíveis interferências nas recomendações quanto à amamentação.Métodos: foi realizado um estudo transversal em quatro maternidades de Belo Horizonte, no período de julho de 1998 a julho de 1999, incluindo 2.173 parturientes. A amostra foi calculada com base em dados da Secretaria Municipal de Saúde sobre o número de partos ocorridos nessas instituições, no ano de 1995, ou seja, em torno de 5% do total em um ano. A distribuição da amostra foi aleatória, utilizando o calendário de semanas epidemiológicas. Através de entrevistas junto às mães, usando um questionário próprio, e da coleta de dados obtidos de prontuários médicos da mãe e do recém-nascido, foi avaliada a freqüência do uso de medicamentos no pós-parto imediato. Os medicamentos foram agrupados em categorias quanto à compatibilidade com amamentação, à incompatibilidade, ao uso criterioso em monitorar e observar o recém-nascido para possíveis efeitos indesejáveis.Resultados: de um total de 2.173 mulheres, em 2.090 (96,2% foram prescritos medicamentos no pós-parto imediato. Dos medicamentos utilizados, 2.054 (98,3% foram de drogas sem contra-indicação à amamentação natural; 338 (16,2% foram de drogas sem informações seguras, e 3 (0,14% de drogas contra-indicadas à amamentação. Conclusões: observou-se um amplo uso de medicamentos pelas mães nas maternidades de Belo Horizonte, no pós-parto imediato. A maioria das drogas é compatível com a amamentação, o que parece não influenciar negativamente a prática do aleitamento materno.

  18. Mortalidad perinatal en el parto prematuro entre 22 y 34 semanas en un hospital público de Santiago, Chile

    OpenAIRE

    Ovalle S,Alfredo; Kakarieka W,Elena; Díaz C,Marcela; García Huidobro M,Trinidad; Acuña M,María Jesús; Morong C,Carla; Abara C,Selim; Fuentes G,Ariel

    2012-01-01

    Objetivo: Conocer la mortalidad perinatal del parto prematuro y los factores de riesgo asociados, usando los datos perinatales clínicos, los resultados de laboratorio y los hallazgos patológicos del feto, neonato y placenta. Métodos: Estudio retrospectivo, cohorte de 407 nacimientos prematuros, únicos, entre 22.0 y 34.0 semanas de gestación. Se estudiaron las muertes fetales y neonatales hasta los 7 días de vida. Fallecieron 122 niños (64 muertes fetales y 58 neonatales), 78 tuvieron autopsia...

  19. Atención humanizada al parto de adolescentes: análisis de las prácticas desarrolladas en un centro obstétrico

    OpenAIRE

    Busanello, Josefine; Kerber, Nalú Pereira da Costa; Mendoza-Sassi, Raúl Andrés; Mano, Patrícia de Souza; Susin, Lulie Rosane Odeh; Gonçalves, Bruna Goulart

    2011-01-01

    Estudo quantitativo que objetivou analisar as práticas desenvolvidas na assistência à adolescente, a partir do relato dos trabalhadores de um Centro Obstétrico de um Hospital Universitário, com base na proposta de humanização do parto do Ministério da Saúde. Segundo os trabalhadores, estão sendo desenvolvidas práticas úteis na assistência ao parto, dentre as quais as orientações sobre formas de relaxamento no trabalho de parto, o incentivo ao vínculo entre mãe e fi lho e a amamentação. Por...

  20. Comportamiento productivo y reproductivo al parto y al destete en cerdas de siete líneas genéticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto García-Munguía

    2014-01-01

    Full Text Available El objetivo del estudio fue evaluar los efectos de línea genética (LG, número de parto (NP y sala de parto (S en el tamaño de la camada nacida viva (TCNV, el número de lechones nacidos muertos por camada (LNM, e l tamaño de la camada al nacimiento (TCN y al destete (TCD, los pesos de la camada al nacimiento (PCN y al destete (PCD, el consumo diario de alimento de la cerda (CDA y las pérdidas de peso (PPL y grasa dorsal (PGD de la cerda en la lactancia. Además de los efectos fijos LG, NP y S, el modelo incluyó las covariables TCN para PCN y TCD para PCD. Se encontraron diferencias ( P< 0.0026 entre LG para TCN, TCNV, LNM y CDA. El NP sólo fue significativo ( P <0.0001 para CDA, S sólo lo fue ( P< 0.0380 para LNM. Las cerdas de tres o más partos tuvieron mayor CDA (4.5 ± 0.2 kg que las de primero o segundo partos (3.4 ± 0.2 kg. Se requiere reforzar la atención al parto y dura nte la lactancia para reducir la muerte de lechones al parto y en la lactancia; así como evitar que la cerda pierda d emasiado peso y grasa dorsal con el fin de reducir el deterioro del comportamiento productivo y reproductivo postd estete.

  1. Empoderamento feminino em reclusão prisional: o caso do Estabelecimento Prisional de Tires

    OpenAIRE

    Romba, Paula Cristina Gonçalves

    2018-01-01

    Dissertação de Mestrafo em Antropologia Neste trabalho, parto à descoberta da verificação de empoderamento no contexto do principal EP feminino de Portugal. O conceito de empoderamento é hoje tão disseminado, que se tornou necessário encontrar primeiro as suas raízes, e perceber as ramificações e enquadramento em que se desenvolveu. Por outro lado, este contexto prisional é tão característico, que a necessidade de devidamente o enquadrar, se impunha. Segui assim por...

  2. Utilidad de una prueba cualitativa para la detección de fibronectina fetal en secreción cervicovaginal como predictor de parto prematuro

    OpenAIRE

    L.R. López-Ocaña; F. Palacios-Torres; M.O. Coreño-Juárez; D.A. Obando-Izquierdo; E. Krug-Llamas; R.R. Villanueva-Romero; M. Rodríguez-Gutiérrez; Y.M. Gómez Alegre; M.L. Martínez Morgado

    2015-01-01

    La fibronectina fetal es una glucoproteína de la matriz extracelular que se localiza en la interfase materno-fetal de las membranas amnióticas, entre la decidua y el corion. Los niveles séricos de fibronectina fetal ≥ 50 ng/ml a partir de las 22 semanas de gestación más se han asociado con un riesgo de partos prematuros espontáneos. El parto prematuro es el nacimiento que se presenta antes de las 37 semanas de gestación, es multicausal, contribuye con un 70% de la mortalidad perinatal y su...

  3. A arte de partejar: experiência de cuidado das parteiras tradicionais de Envira/AM El arte de los partos: experiencia en atención de las parteras tradicionales de Envira/AM The art of attend the birth: experience in care of traditional midwives at Envira/AM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keyla Cristiane do Nascimento

    2009-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo exploratório-descritivo de caráter qualitativo, que retrata as parteiras tradicionais de Envira, município do estado do Amazonas, onde 80% dos partos são feitos por elas. Objetiva caracterizar a experiência de cuidado no partejar dessas parteiras. Participaram do estudo 29 parteiras. Para a coleta de dados, optou-se por entrevistas gravadas. As informações foram analisadas de acordo com o método de análise de conteúdo. Seis categorias foram evidenciadas: parteiras de Envira - quem são?; ofício de partejar; partejar - quanto vale esse “dom”; problemas enfrentados pela parteira; problemas frequentemente encontrados pelas parteiras na gestação/parto; e relação com o serviço de saúde. Conclui-se afirmando que há um longo caminho a percorrer na reversão dos quadros de doenças, pobreza e abandono, um caminho no qual as parteiras treinadas poderão desempenhar importante papel, na medida em que atingem muitas mulheres, configurando-se como multiplicadores concretos de conhecimentos.Se trata de un estudio exploratorio-descriptivo de carácter cualitativo, que retrata las parteras tradicionales de Envira, municipio del estado de Amazonas, donde 80% de los partos son realizados por ellas. Su objetivo es caracterizar la experiencia del cuidado en el parto. Los participantes del estudio fueron 29 parteras. Para la recopilación de datos, fue elegida las entrevistas grabadas. La información se analizó en función de análisis de contenido. Seis categorías se destacaron: parteras de Envira - que son: ocupación de ayudar en el parto: cuánto vale este “don”; problemas que enfrentan las parteras; problemas frecuentes de las parteras durante el embarazo o el parto, y la relación con los servicios de salud. Se concluye diciendo que hay un largo camino por seguir para reverter los cuadros de enfermedades, pobreza y abandono. Una manera en que las par teras capacitadas pueden desempeñar papel importante, en

  4. Hegemonia e contra-hegemonia no processo de implantação da Casa de Parto no Rio de Janeiro Hegemonía y contra hegemonía en el proceso de implantación de la Casa de Parto en Rio de Janeiro Hegemony and counter-hegemony in the process of implementing the Casa de Parto Birth Center in Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Lenho de Figueiredo Pereira

    2009-12-01

    Full Text Available Estudou-se o processo de implantação da primeira Casa de Parto no Sistema Único de Saúde (SUS da cidade do Rio de Janeiro. Por meio de pesquisa qualitativa objetivou-se identificar os determinantes do processo de implantação da Casa de Parto e analisar a influência dos grupos hegemônicos e contra-hegemônicos neste processo de implantação. O referencial teórico foi o conceito de hegemonia. O método dialético orientou a análise dos dados por meio das categorias metodológicas: contradição, totalidade e historicidade. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas no período de janeiro a julho de 2007. Os entrevistados foram quatro gestores da saúde municipal e onze profissionais técnico-administrativos designados para implantar a Casa de Parto. A síntese deste estudo revelou que a implantação da Casa de Parto foi determinada pela contra-hegemonia estabelecida na assistência à gestação e parto fisiológicos.Se estudió el proceso de implantación de la primera Casa de Parto en el Sistema Único de Salud (SUS en la ciudad del Rio de Janeiro. Por medio de una investigación cualitativa se objetivó identificar los determinantes del proceso de implantación de la Casa de Parto y analizar la influencia de los grupos hegemónicos y contra hegemónicos en ese proceso de implantación. El marco teórico fue el concepto de hegemonía. El método dialéctico orientó el análisis de los datos por medio de las categorías metodológicas: contradicción, totalidad e historicidad. Fueron realizadas entrevistas semiestructuradas en el período de enero a julio de 2007. Los entrevistados fueron cuatro gestores de la salud municipal y once profesionales técnicos y administrativos designados para implantar la Casa de Parto. La síntesis de este estudio reveló que la implantación de la Casa de Parto fue determinada por la contra hegemonía establecida en la asistencia a la gestación y parto fisiológicos.This study addressed the

  5. Estudo comparativo entre bupivacaína racêmica a 0,25% e bupivacaína com excesso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,25%, associadas ao fentanil para analgesia de parto com deambulação da parturiente Estudio comparativo entre bupivacaína racémica a 0,25% y bupivacaína con exceso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,25% asociadas con fentanil para analgesia de parto con deambulación de la gestante Racemic 0.25% bupivacaine and 50% enantiomeric excess (S75-R25 0.25% bupivacaine associated to fentanyl for labor analgesia with patient’s ambulation. Comparative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Figueiredo Côrtes

    2006-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Estudos clínicos com enantiômeros levógiros dos anestésicos locais demonstraram maior segurança em função de menor cardiotoxicidade. A deambulação da parturiente durante o trabalho de parto pode abreviar o trabalho de parto. Este estudo visou comparar a qualidade da anestesia e as repercussões maternas e fetais bem como a capacidade de deambulação e micção espontânea das parturientes com o emprego da bupivacaína a 0,25% e da bupivacaína com excesso enantiomérico de 50% (S75-R25 a 0,25%, associadas ao fentanil por via peridural contínua, no trabalho de parto. MÉTODO: Foram avaliadas 40 parturientes, estado físico ASA I e II, feto único, em trabalho de parto, submetidas a analgesia peridural contínua e divididas em dois grupos: no grupo I, receberam 8 mL (20 mg de bupivacaína (S75-R25 a 0,25% com epinefrina, associados a 100 µg de fentanil. No grupo II, receberam 8 mL (20 mg de bupivacaína racêmica a 0,25% com epinefrina, associados a 100 µg de fentanil. Foram avaliados os seguintes parâmetros: tempo de latência, nível de bloqueio sensitivo, grau de bloqueio motor, teste de Romberg, capacidade de deambulação e micção espontânea, duração do trabalho de parto e do período expulsivo, alterações hemodinâmicas e respiratórias maternas além da vitalidade dos recém-nascidos. RESULTADOS: Não houve diferença estatística significativa entre os grupos nos parâmetros avaliados. Todas as parturientes apresentaram força muscular com capacidade de deambulação, salvo no caso de indicação de cesariana (um caso do grupo II ou quando o parto aconteceu antes do tempo previsto para avaliação deste parâmetro (quatro casos do grupo I e cinco casos do grupo II. CONCLUSÕES: Tanto a bupivacaína racêmica quanto a bupivacaína (S75-R25 a 0,25% associadas ao fentanil mostraram ser boa opção para analgesia de parto.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Estudios clínicos con enantiómeros lev

  6. Dopplervelocimetria das artérias uterinas na predição de complicações em gestações de baixo risco Uterine artery doppler velocimetry for the prediction of complications in low-risk pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrício da Silva Costa

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: determinar a validade da dopplervelocimetria das artérias uterinas na predição de complicações da gestação em população de nulíparas de baixo risco. MÉTODOS: foi conduzido estudo prospectivo que incluiu 45 pacientes primigestas, sem história de doenças crônicas. A dopplervelocimetria das artérias uterinas foi realizada entre 24 e 26 semanas, com determinação do índice de resistência (IR, índice de pulsatilidade (IP, relação S/D e a presença ou ausência de incisura na onda de velocidade de fluxo. Na análise estatística foi utilizado o teste de Mann-Whitney para amostras não paramétricas e o teste exato de Fisher foi utilizado na avaliação dos parâmentros qualitativos. RESULTADOS: complicações da gravidez foram observadas em 12 pacientes, com quatro casos de pré-eclâmpsia, um caso de recém-nascido pequeno para a idade gestacional (PIG, um caso de PIG e parto pré-termo (PPT, três casos de PPT, um caso de centralização fetal e dois casos de mecônio espesso no líquido amniótico no momento da resolução da gestação. Notamos que o IR (mediana 0,56 x 0,68, IP (mediana 0,98 x 1,29 e a relação S/D (mediana 2,2 x 2,9 estavam mais elevados no exame realizado entre a 24 e a 26ª semana nas pacientes que apresentaram qualquer complicação da gestação e não mostrou diferença nos casos de pré-eclâmpsia ou PIG. A presença de incisura bilateral apresentou sensibilidade de 100 e 90%, especificidade de 60,6 e 62,5%, valor preditivo positivo (VPP de 29,4 e 42,9%, valor preditivo negativo (VPN de 100 e 95,2% para a detecção de pré-eclâmpsia ou PIG e qualquer complicação da gestação, respectivamente. A dopplervelocimetria alterada apresentou sensibilidade de 83,3 e 83,3%, especificidade de 69,7 e 69,7%, VPP de 33,3 e 50,0%, VPN de 95,8 e 92,0% para a detecção de pré-eclâmpsia ou PIG e qualquer complicação da gestação, respectivamente. CONCLUSÃO: índices de alta impedância e a presen

  7. Algunas consideraciones sobre Romanos y Partos en la frontera del Éufrates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Félix J. RODRÍGUEZ SAN JUAN

    2010-02-01

    Full Text Available RESUMEN: Este artículo pretende iniciar una serie de investigaciones centradas en la frontera oriental y los procesos culturales que se van a producir en ella fruto de la interrelación entre partos y romanos. A través de tres ciudades, escogidas por sus específicas condiciones y por encontrarse con elementos de especial relevancia dentro de la investigación, se persigue profundizar en las nuevas concepciones que sobre la frontera han ido asentando los más modernos estudios, que buscan alejarla de su definición exclusivamente política o militar, para acercarla más al posible concepto que tras el término Limes debió entenderse en su momento, así como la compleja realidad cultural que escondía. El comercio y la difusión religiosa constituyeron sus elementos principales de contacto, pero también la intervención directa desde el estado romano supuso cambios importantes en la cultura de las ciudades fronterizas, en especial cuando se pretendió la conquista y se utilizaron los elementos de propaganda para intentar transformarlos y asimilarlos a su sociedad y cultura.ABSTRACT: This paper pretend to begin a series of investigation about the Oriental frontier and the cultural process that they are going to produce in it, product of the interrelationship between Parthians and Romans. Three cities are chose for it specific conditions and because they have elements of special relevancy in the investigation. It's searched to deepen in the new conceptions that about the frontier are going to affirm the most modern studies, that like to estrange of an exclusive or military definition, in order to approach to the most possible concept at the Limes term in the antiquity and to the complicated cultural reality that is behind. The commerce and the religious diffusion are the principal elements of contact, but the direct intervention from the Roman state denoted important changes in the culture of the frontier cities, specially when the conquest is

  8. PARTOS - Passive and Active Ray TOmography Software: description and preliminary analysis using TOMO-ETNA experiment’s dataset

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alejandro Díaz-Moreno

    2016-09-01

    Full Text Available In this manuscript we present the new friendly seismic tomography software based on joint inversion of active and passive seismic sources called PARTOS (Passive Active Ray TOmography Software. This code has been developed on the base of two well-known widely used tomographic algorithms (LOTOS and ATOM-3D, providing a robust set of algorithms. The dataset used to set and test the program has been provided by TOMO-ETNA experiment. TOMO-ETNA database is a large, high-quality dataset that includes active and passive seismic sources recorded during a period of 4 months in 2014. We performed a series of synthetic tests in order to estimate the resolution and robustness of the solutions. Real data inversion has been carried out using 3 different subsets: i active data; ii passive data; and iii joint dataset. Active database is composed by a total of 16,950 air-gun shots during 1 month and passive database includes 452 local and regional earthquakes recorded during 4 months. This large dataset provides a high ray density within the study region. The combination of active and passive seismic data, together with the high quality of the database, permits to obtain a new tomographic approach of the region under study never done before. An additional user-guide of PARTOS software is provided in order to facilitate the implementation for new users.

  9. Oxigênio suplementar e incidência de náuseas e vômitos perioperatórios no parto cesariano sob anestesia subaracnoidea Oxígeno suplementario e incidencia de náuseas y vómitos perioperatorios en el parto cesariano bajo anestesia subaracnoidea Supplemental oxygen and the incidence of perioperative nausea and vomiting in cesarean sections under subarachnoid block

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Salomão Turazzi Pécora

    2009-10-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Oxigênio suplementar pode reduzir a incidência de náuseas e vômitos pós-operatórios em pacientes submetidos à anestesia geral. O objetivo deste estudo foi testar a eficácia do oxigênio suplementar durante a cesariana eletiva sob anestesia subaracnoidea em diminuir a incidência de náuseas e vômitos perioperatórios. MÉTODO: Após indução de anestesia subaracnoidea padronizada, noventa e quatro parturientes submetidas ao parto operatório foram distribuídas de forma aleatória para receberem, através de cateter nasal tipo óculos, 4 L.min-1 de oxigênio (Grupo O ou ar comprimido (Grupo S até o final do procedimento. As pacientes foram inquiridas acerca da ocorrência de náuseas e vômitos durante a operação e nas primeiras seis e 24 horas de pós-parto. RESULTADOS: Os dois grupos mostraram-se comparáveis quanto às variáveis demográficas, perioperatórias e quanto aos dados do recém-nascido. No Grupo O, a incidência de náusea durante a operação nas primeiras 6 horas de pós-operatório e entre 6 e 24 horas de pós-operatório foi de 35%, 20% e 13%, respectivamente, enquanto no Grupo S foi de 35%, 30% e 19%, respectivamente. A incidência de vômito no Grupo O foi de 9%, 11% e 6% nos períodos correspondentes e no Grupo S 21%, 7% e 7%, respectivamente. Essas diferenças não foram significativas. CONCLUSÕES: Na população estudada, a oxigenoterapia suplementar desde a indução da anestesia até o término da operação não reduziu a incidência de náuseas ou vômitos intraoperatórios e pós-operatórios em mulheres submetidas ao parto cesariano sob anestesia subaracnoidea.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El oxígeno suplementario puede reducir la incidencia de náuseas y vómitos postoperatorios en pacientes sometidos a la anestesia general. El objetivo de este estudio, fue comprobar la eficacia del oxígeno suplementario durante la cesárea electiva bajo anestesia subaracnoidea, para reducir

  10. Estado neurológico e cardiorrespiratório de filhotes de cães nascidos de parto normal ou de cesariana sob anestesia geral inalatória com sevofluorano Neurological and cardiocirculatory investigation of dog neonates born by normal parturition or cesarean section on sevoflurane inhalation anesthesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Tozadore Gabas

    2006-10-01

    Full Text Available A anestesia obstétrica possibilita um procedimento mais seguro para a mãe e para os fetos. Em medicina veterinária, no entanto, a literatura científica a respeito do assunto é deficiente. Este trabalho teve como objetivo avaliar o grau de depressão neurológica, hemodinâmica e respiratória fetais provocado pelo agente anestésico, em que as mães foram submetidas ao parto normal ou à cesariana, utilizando-se sevofluorano como agente de manutenção anestésica, comparando-o com o parto normal. Foram realizados seis partos normais (GN e seis cesarianas (GC, avaliando-se um total de 36 filhotes. As cesarianas foram realizadas utilizando-se acepromazina, propofol e sevofluorano (GC e os neonatos foram avaliados clinicamente ao primeiro, quinto e décimo minuto de nascimento, nos dois grupos. Observou-se maior depressão respiratória nos filhotes nascidos de cesariana. Contudo, apesar dessa depressão, o protocolo anestésico empregado não comprometeu de maneira importante a viabilidade e a saúde das mães e dos filhotes, demonstrando ser seguro em cadelas gestantes.The obstetric anesthesia must be safe for mother and puppies and about this, the literature is pour. This study was aimed at evaluating the neurological, hemodinamic and respiratory changes in neonates provoked by the anestesic agent as a result of normal parturition and cesarean section employing sevoflurane as the maintenance agent. Six deliveries (GN and six cesarean sections (GC were performed. The cesarean sections were performed under general anesthesia using acepromazina maleate, propofol and sevoflurane. Thirty six puppies were evaluated and the neurologic reflexes were worse in that were born through cesarean section. However, we concluded that despite the anesthetic depression, the protocol employed didn,t affect in any important way the viability and health of the mothers and puppies, being suitable for cesarean sections.

  11. A violência doméstica como indicador de risco no rastreamento da depressão pós-parto Domestic violence as a risk factor in the screening of for post-partum depression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosiane Mattar

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: apurar a freqüência de risco para depressão pós-parto (DP em puérperas de hospital de São Paulo, região Sudeste do Brasil, e determinar fatores associados - entre eles a violência doméstica (VD. MÉTODOS: estudo descritivo, tipo corte transversal. Participaram 133 mulheres, que tiveram partos com idade gestacional de 20 semanas ou mais, no período de agosto a setembro de 2005, em maternidade terciária em São Paulo (Brasil. Foram entrevistadas empregando-se a versão em português do Abuse Assessment Screen para o diagnóstico de violência e responderam questionário de auto-avaliação do risco de DP (Edinburgh Postnatal Depression Scale. As variáveis foram representadas por freqüências absoluta e relativa. A associação entre as variáveis de interesse e DP foi avaliada pelo teste do chi2 ou exato de Fisher. Adotou-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: o risco de DP foi identificado em 24 puérperas (18%. Das mulheres entrevistadas, 38,3% referiram história de abusos. Observou-se associação entre a ocorrência de VD após os 15 anos de idade e o risco de depressão (p=0,03. A ocorrência de abusos no grupo de mulheres com probabilidade de apresentar DP foi de 58,3%, proporção significativamente maior do que a observada no grupo controle com 33,9%. CONCLUSÕES: a probabilidade de apresentar depressão foi alta entre as puérperas assistidas em maternidade terciária da região Sudeste do Brasil. A VD sofrida após os 15 anos de idade esteve estatisticamente associada ao risco de DP.PURPOSE: to assess the prevalence of the risk of post-partum depression in women in the post-natal ward of a hospital in São Paulo city, in the southeastern region of Brazil, and analyze the associated factors, including domestic violence (DV. METHODS: this was a descriptive, cross-sectional study. The participants were 133 women with at least 20 weeks of gestation age, who delivered their babies from August to September

  12. Correlação entre a fração inspirada de oxigênio, a pressão parcial de oxigênio materno e a pressão parcial de oxigênio fetal durante parto cesáreo em gestações normais Correlación entre la fracción inspirada de oxígeno, la presión parcial de oxígeno materno y la presión parcial de oxígeno fetal durante el parto por cesárea en embarazos normales Correlation between the inspired fraction of oxygen, maternal partial oxygen pressure, and fetal partial oxygen pressure during cesarean section of normal pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Viana de Castro

    2009-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Apesar das alterações na função pulmonar, a oxigenação materna se mantém nas anestesias regionais para obstetrícia. Mesmo assim, nessas situações, o fornecimento de oxigênio suplementar para a mãe é prática disseminada. A principal justificativa é a boa oxigenação fetal; entretanto, não há devida comprovação. Este estudo prospectivo e com distribuição randômica das pacientes teve o objetivo de testar a hipótese da existência ou não de correlação entre hiperóxia materna e elevação de parâmetros gasométricos fetais na cesariana eletiva. MÉTODO: Foram estudadas vinte pacientes grávidas, submetidas à raquianestesia, através de gasometrias arteriais, com diferentes frações inspiradas de oxigênio e correlacionadas com a gasometria fetal. RESULTADOS: O aumento da fração inspirada de oxigênio materno não se correlacionou com o aumento da pressão parcial de oxigênio fetal. CONCLUSÕES: A indução de hiperóxia materna através de oxigenoterapia suplementar não foi capaz de aumentar a pressão parcial de oxigênio no feto. Não houve modificação nos parâmetros gasométricos fetais, mesmo em caso de mudança desses parâmetros na parturiente, induzidos pela hiperóxia durante a cesariana sob raquianestesia.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: A pesar de las alteraciones en la función pulmonar, la oxigenación materna se mantiene en las anestesias regionales para obstetricia. Pero incluso así, en esas situaciones, el suministro de oxígeno suplementario para la madre se practica en forma diseminada. La principal justificación es la buena oxigenación fetal, sin embargo, no existe la debida comprobación al respecto. Este estudio prospectivo y con distribución randómica de las pacientes, tuvo el objetivo de comprobar la hipótesis de la existencia o no de una correlación entre la hiperoxia materna y la elevación de los parámetros gasométricos fetales en la cesárea por elecci

  13. Proteína C reactiva plasmática en el segundo trimestre para predicción de parto pretérmino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. Suarez-Torres

    2016-06-01

    Conclusión: Las concentraciones plasmáticas de proteína C reactiva en el segundo trimestre están elevadas en las embarazadas que posteriormente presentan parto pretérmino, pero no son útiles en la predicción de este.

  14. Vivência do parto normal ou cesáreo: revisão integrativa sobre a percepção de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuela Beatriz Velho

    2012-01-01

    Full Text Available Se realizó una revisión integradora para identificar la contribución de las investigaciones, a nivel nacional e internacional, sobre la percepción que experimentan las mujeres en el parto vaginal y la cesárea. La búsqueda de los artículos se hizo en las bases de datos MEDLINE, LILACS, BDENF, CINAHL y INDEXPSI, de 2000 a 2009, con la selección y análisis de 17 estudios, donde se presentan percepciones positivas y negativas de las mujeres sobre los dos tipos de parto: el papel de la mujer y una mejor recuperación en el parto vaginal, la falta de dolor en la cesárea, la insatisfacción con la atención recibida, y recomendaciones para la práctica obstétrica con sugerencias para futuras investigaciones. Los resultados indican aspectos sobre la atención que pueden contribuir a la satisfacción de las mujeres, y la necesidad de realizar otras investigaciones para entender mejor el proceso multidimensional del parto, ya sea por vía vaginal o cesárea.

  15. Características das gestações de adolescentes internadas em maternidades do estado de São Paulo, 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Prado de Mello Jorge

    Full Text Available OBJETIVO: descrever as características das gestantes adolescentes internadas em hospitais no estado de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: estudo transversal realizado em seis maternidades públicas e privadas durante três meses de 2001, com adolescentes gestantes de 10 a 19 anos de idade, mediante entrevistas e consultas aos prontuários e cadernetas de pré-natal. RESULTADOS: foram incluídas 1.448 gestantes adolescentes; houve 71 abortos, 16 natimortos e nove óbitos entre os 1.367 nascidos vivos (0,7%; a maioria das gestantes (79,8% era primigesta, 11,7% referiram ter fumado, 8,8% consumiram álcool e 1,2% informaram uso de drogas ilícitas durante a gestação; a proporção de adolescentes de 10 a 14 anos que iniciaram o pré-natal ao terceiro trimestre (9,3% foi maior do que aquela entre 15 e 19 anos (3,3%. CONCLUSÃO: observou-se elevada prevalência de fatores de risco gestacional entre as adolescentes, como tabagismo, consumo de álcool e início tardio do pré-natal.

  16. Magnitude da depressão pós-parto no Brasil: uma revisão sistemática The extent of post-partum depression in Brazil: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Lobato

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: realizar uma revisão sistemática dos estudos sobre a magnitude da depressão pós-parto (DPP no Brasil. MÉTODOS: a busca e seleção da literatura baseouse em artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais, nas bases de dados eletrônicas Lilacs, SciELO e Medline. RESULTADOS: foram selecionados 14 estudos, sendo que 13 deles reportavam a prevalência de DPP e apenas um estudo de seguimento com limitada casuística (n=21 trazia estimativa da incidência do agravo (42,8%. A grande heterogeneidade em relação à população de estudo, método diagnóstico utilizado e período pós-parto focalizado dificultou a obtenção de uma estimativa agregada da prevalência de DPP no Brasil. Contudo, estudos conduzidos em unidades básicas de saúde, no âmbito da Estratégia de Saúde da Família ou em populações carentes apontaram uma prevalência entre 30 e 40% de DPP, enquanto pesquisas que incluíram amostras de base populacional e populações de unidades hospitalares terciárias revelaram uma prevalência de cerca de 20%. CONCLUSÕES: embora novos estudos sejam necessários para melhor caracterizar as peculiaridades que envolvem a magnitude da DPP no Brasil, as evidências disponíveis justificam uma atenção prioritária para os agravos à saúde mental materna no âmbito da saúde pública no país.OBJECTIVES: to carry out a systematic review of studies of the extent of post-partum depression (PPD in Brazil. METHODS: articles were searched for and selected from national and international periodicals included in the Lilacs, SciELO and Medline electronic databases. RESULTS: fourteen studies were selected, thirteen of which reported the prevalence of PPD and one, which followed up a limited number of cases (n=21 estimated the incidence of the disorder at 42.8%. The wide range of different populations studied, diagnostic methods used, and post-partum period monitored made it difficult to obtain an aggregate estimate for

  17. Efeito da adição de clonidina subaracnóidea à solução anestésica de sufentanil e bupivacaína hiperbárica ou hipobárica para analgesia de parto Efecto de la adición de clonidina subaracnoidea a la solución anestésica de sufentanil y bupivacaína hiperbárica o hipobárica para la analgesia de parto Effects of the addition of subarachnoid clonidine to the anesthetic solution of sufentanil and hyperbaric or hypobaric bupivacaine for labor analgesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís Cristina Tebaldi

    2008-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Adição de clonidina subaracnóidea (±-agonista prolonga a ação analgésica da combinação sufentanil e bupivacaína isobárica em analgesia combinada para o trabalho de parto ¹. O objetivo deste estudo foi comparar a qualidade de analgesia e a prevalência de efeitos colaterais após a adição de clonidina subaracnóidea à solução anestésica em gestantes durante trabalho de parto. MÉTODO: Após aprovação da Comissão de Ética, 22 gestantes em trabalho de parto receberam aleatoriamente no espaço subaracnóideo 2,5 mg de bupivacaína hiperbárica 0,5% (grupo CLON/HIPER; n = 11 ou 2,5 mg de bupivacaína isobárica 0,5% (grupo CLON/ISO; n = 11 em associação ao sufentanil 2,5 µg e à clonidina 30 µg. A dor avaliada pela Escala Analógica Visual, a freqüência cardíaca e a pressão arterial média foram estudadas a cada 5 minutos nos primeiros 15 minutos e, a seguir, a cada 15 minutos até o nascimento. Foi avaliada a prevalência de efeitos colaterais (náusea, vômito, prurido e sedação. O estudo foi encerrado no momento em que foi necessária complementação analgésica peridural (dor > 3 cm ou ao nascimento. A análise estatística foi realizada pelos testes t de Student, Qui-quadrado, Fisher e ANOVA de duas vias para medidas repetidas, considerando como significativo p JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La adición de la clonidina subaracnoidea (±-agonista, prolonga la acción analgésica de la combinación sufentanil y bupivacaína isobárica en analgesia combinada para el trabajo de parto ¹. El objetivo de este estudio fue comparar la calidad de analgesia y la prevalencia de los efectos colaterales, después de la adición de clonidina subaracnoidea a la solución anestésica en gestantes durante el parto. MÉTODO: Después de la aprobación de la Comisión de Ética, 22 gestantes en trabajo de parto recibieron aleatoriamente en el espacio subaracnoideo 2,5 mg de bupivacaína hiperbárica 0

  18. A prática do parto humanizado no SUS: estudo comparativo = The practice of humanized delivery in the Brazilian Health System (SUS: a comparative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciele de Lima Wrobel

    2006-01-01

    Full Text Available O presente estudo descritivo foi realizado em maternidades que prestamatendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS, nas cidades de Guarapuava e Londrina, Estado do Paraná. Dentro do programa de Humanização implantado na Maternidade de Londrina pretendeu-se analisar o atendimento a parturiente quanto à humanização ao partocomparando com a realidade de dois hospitais de Guarapuava onde não existe o programa implantado e assim verificar se os direitos destas parturientes quanto à humanização estão sendo respeitados. Foi aplicado um questionário a 40 primíparas no puerpério imediato comperguntas semi-estruturadas. Ao comparar duas realidades diferentes, concluiu-se que alguns dos direitos das parturientes preconizados pela OMS não estavam sendo respeitados, especialmente onde não havia a implantação do parto humanizado, pois não era permitida a entrada de acompanhante e nem utilizadas técnicas de relaxamento para a parturiente, evidenciando assim que algumas instituições necessitam intensificar esses cuidados para melhorar a qualidade do atendimento prestado.This descriptive study was conducted in maternities assisted by the Brazilian Health System (SUS, in the cities of Guarapuava and Londrina, State of Paraná. In the program implanted in Londrina, the aim was to analyze the assistance to the parturient regarding humanization to the child delivery. This context was then comparedwith the reality in the maternities of two hospitals in Guarapuava, where these practices are not applied. The comparison intended to verify if the rights of these women to humanized delivery are being respected. A half-structured questionnaire was applied to forty women in labor. While comparing these two different realities, it was observed that a few of these rights, advocated by the OMS, were not being respected, especially where the humanization delivery was not a practice. Data revealed that the partner’s entrance was not allowed,neither were

  19. Misoprostol sublingual versus vaginal para indução do parto a termo Sublingual versus vaginal misoprostol for labor induction of term pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olímpio Barbosa de Moraes Filho

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar efetividade e segurança de uso de comprimido sublingual de 25 µg de misoprostol com o comprimido vaginal de 25 µg do misoprostol na indução do parto com idade gestacional e > 37 semanas e colo uterino desfavorável. MÉTODOS: realizou-se ensaio clínico controlado e aleatorizado, não cego, na Maternidade Monteiro de Morais (CISAM-UPE, em Recife, no período de outubro de 2003 a fevereiro de 2004. Participaram do estudo 123 gestantes com idade gestacional e > 37 semanas, índice de Bishop PURPOSE: to compare the effectiveness and safety of sublingual misoprostol (25 µg versus vaginal misoprostol (25 µg (Prostokos® for labor induction with gestational age > 37 weeks and unripe cervices. METHODS: a randomized controlled clinical trial was performed at the Maternidade Monteiro de Morais (CISAM-UPE, in Recife - PE, Brazil, from October 2003 to February 2004. One hundred and twenty-three women with gestational age > 37 weeks, Bishop score <8, not in labor and with medical indication for interruption of pregnancy were included in this study. The women received randomly 25 µg sublingual misoprostol or 25 µg vaginal misoprostol every 6 h, not exceeding eight doses. In order to evaluate the differences between the groups, means, standard deviations, Student's t-test, c² trend and Mann-Whitney test were used. The statistical significance was considered to be 5%. RESULTS: there were no significant differences between the number of women with vaginal delivery in the sublingual group as compared with the vaginal group (65.5 vs 75.8%, p<0.22, or in the interval of time between the induction onset and delivery (24 h and 42 min vs 20 h and 37 min respectively, p=0.11. The two groups, sublingual and vaginal, also did not differ as to the hyperstimulation syndrome (1.7 vs 3.2%, p=0.95, meconium incidence (5.2 vs 4.8%, p=0.74, Apgar score <7 at 5 min (3.4 vs 4.8%, p=0.98 and other adverse effects. CONCLUSION: twenty-five micrograms of

  20. Desempeño de las doulas en la atención de la mujer y su familia durante el periodo gestacional, parto y post parto en Costa Rica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Rodríguez Fernández

    2015-12-01

    Full Text Available Introducción: La presente investigación representa un acercamiento al desempeño en la atención que brindan las doulas a la mujer embarazada y sus familias en Costa Rica en la cual se evidencia sus conocimientos respecto de sus intervenciones con las mujeres embarazadas y las familias.Métodos: Se realizó una investigación cualitativa, con un enfoque en el modelo planteado por Maxwell, cuyos objetivos fueron concretados con el método etnográfico. Para recolectar la información, se aplicó entrevistas a profundidad y observaciones, entre otros, a un grupo de siete doulas que laboran en Costa Rica de forma independiente.Resultado principal: todas las doulas en nuestro país se capacitan en prácticas alternativas para complementar su labor, así como prácticas e intervenciones que no forman parte del perfil “internacional”, ya que en Costa Rica no existe una entidad que regule dicha labor.Conclusión: el apoyo continuo a la mujer y su familia durante todo su embarazo, parto y postparto por una persona calificada que respete los principios éticos de su práctica, permite mejorar la experiencia del parto, motivo por el  que se debe sensibilizar a la población de enfermeros obstetras en cuanto a mejorar la calidad en la atención que se brinda a las mujeres embarazadas de modo que promueva el acompañamiento continuo.

  1. Absorção de IgG via colostro em leitões biológicos e adotados após a uniformização da leitegada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G Heim

    2011-10-01

    Full Text Available Nove fêmeas de quinto parto (OP5 foram imunizadas com 4mg e 2mg de albumina sérica bovina (BSA aos 70 e 100 dias de gestação, respectivamente. A uniformização da leitegada foi realizada 4,9±1,9h após o nascimento, antes de os leitões efetuarem a primeira mamada. As leitegadas foram compostas por cinco leitões biológicos (LB e cinco leitões adotados (LA, com pesos semelhantes ao nascimento. Foram coletadas amostras de sangue dos leitões ao nascimento e 24h após, das fêmeas ao pós-parto e de colostro de cada grupo de tetos ao parto e 24h após. As amostras de soro e colostro foram quantificadas para IgG pelo ELISA indireto. A densidade ótica de IgG anti-BSA (DOIgG-BSA dos leitões (24h de vida foi correlacionada com a das fêmeas. A DOIgG-BSA entre LB e LA foi semelhante, assim como entre os grupos de tetos, ao parto e 24h após. Entretanto, ocorreu redução na DOIgG-BSA do parto até 24h após. LB e LA absorveram a mesma quantidade de IgG via colostro, quando a uniformização foi realizada até 5h pós-parto, independentemente do teto em que os leitões mamaram, uma vez que esses possuem a mesma concentração de IgG.

  2. Relación entre enfermedad periodontal y parto prematuro. Bajo peso al nacimiento: una revisión de la literatura The relationship between periodontal disease and preterm low birth weight: a literature review

    OpenAIRE

    J. Flores; A. Oteo; L. Mateos; A. Bascones

    2004-01-01

    A pesar de los esfuerzos realizados en el control del embarazo y el parto, la frecuencia de los partos prematuros no ha disminuido en las dos últimas décadas. El parto prematuro supone una seria amenaza para la salud del recién nacido, y representa además un porcentaje muy importante de los costes destinados a la atención sanitaria perinatal. La investigación científica ha revelado diversos mecanismos por los que infecciones remotas como la enfermedad periodontal pueden participar en la patog...

  3. Práticas integrativas e complementares na gestação e parto : o desvelar da literatura e o espço de atuação da doula

    OpenAIRE

    Jorge, Herla Maria Furtado

    2012-01-01

    O estudo propôs identificar as evidências qualitativas sobre o uso de PIC na gestação e parto por meio de uma metassíntese e analisar as Práticas Integrativas e Complementares utilizadas por doulas, junto às gestantes no trabalho de parto e parto. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa. Para elaboração da metassíntese realizamos um levantamento nas bases de dados Scielo; Lilacs; Bireme; Medline; Ebsco; Cinahl utilizando os descritores labor, complementary therapies e pregnancy no perío...

  4. Características sociodemográficas e de assistência à gestação e ao parto no extremo sul do Brasil Socio-demographic characteristics and prenatal and childbirth care in southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juraci A. Cesar

    2011-05-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo comparar a assistência à gestação e ao parto entre mães adolescentes e não adolescentes residentes no Município de Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2007 aplicou-se questionário padronizado a todas as mães destes recém-nascidos buscando informações sobre cuidados recebidos do inicio da gravidez até momento do parto. Utilizou-se teste do qui-quadrado para comparar proporções. Um quarto (516 dos recém-nascidos era filho de mães adolescentes. Em relação às demais mães, uma menor proporção de adolescentes completou seis ou mais consultas de pré-natal (61% x 75%, iniciou o pré-natal no primeiro trimestre de gravidez (58% x 77%, recebeu vacina antitetânica (81% x 85% e fez todo o pré-natal com o mesmo profissional (70% x 78%; no entanto, foram mais comumente suplementadas com sulfato ferroso (66% x 57%, submetidas a fórcipe (11% x 6%, à episiotomia (86% x 66%, e atendidas no SUS (92% x 76%. Estes dados mostram que a assistência recebida pelas mães adolescentes foi sistematicamente pior àquela recebida pelas demais mães.This study aimed to compare prenatal and childbirth care received by teenagers and older mothers in Rio Grande, Rio Grande do Sul State, southern Brazil. From January 1st to December 31st 2007, all mothers were interviewed with a standardized questionnaire on the care they received. The chi-square test was used to compare proportions between adolescent and non-adolescent mothers. One-fourth (516 of the infants were born to adolescent mothers. Compared to older mothers, teenagers showed lower rates of the following: completion of at least six prenatal visits (61% x 75%, initiation of prenatal care in the first trimester (58% x 77%, tetanus vaccination (81% x 85%, and completion of prenatal visits with the same health professional (70% x 78%. Meanwhile, teenage motherhood was associated with more: supplementation for iron

  5. Violencia simbólica en la atención al parto, un acercamiento desde la perspectiva de Bourdieu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Norma Casal-Moros

    2014-06-01

    Full Text Available En la actualidad situaciones tan naturales como el embarazo y el parto se abordan como si de una patología se tratara. Esta concepción -propia del modelo biomédico- conlleva que muchas de las mujeres vivan estas situaciones desde la perspectiva de "pacientes", depositando su confianza en los profesionales de la medicina sin cuestionar las decisiones que éstos toman por ellas. Se trata de un modelo jerarquizado en el que el poder y la autoridad recaen sobre los médicos, dejando en un segundo plano la capacidad de decisión de las gestantes. Modelo en el que dichas actuaciones médicas podrían considerarse propias de un tipo de violencia que no emplea la fuerza física y que nos cuesta reconocer como tal y que Pierre Bourdieu denominó como "violencia simbólica".

  6. Estratégias para otimização da performance de bovinos em pastagens tropicais

    OpenAIRE

    Lopes, Sidnei Antônio

    2015-01-01

    Foram elaborados três artigos científicos envolvendo avaliações nutricionais e produtivas de bovinos de corte em pastejo, submetidos a diferentes estratégias de suplementação. No primeiro artigo, objetivou-se avaliar os efeitos da suplementação com diferentes teores de proteína sobre desempenho nutricional e produtivo de vacas de corte em pastejo durante o pós-parto. Foram utilizadas 36 vacas de corte com idade e peso corporal médio de 5 anos e 490 ± 17,9 kg, respectivamente. O delineamento e...

  7. IMPLICACIONES Y COSTO-EFECTIVIDAD DEL ALTA TEMPRANA DEL BINOMIO MADRE-HIJO DESPUÉS DE UN PARTO NORMAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan David Rueda

    2015-03-01

    Full Text Available Introducción: Se revisó la literatura internacional sobre alta temprana (24-48 horas y su relación con complicaciones, para elaborar un modelo de costo-efectividad en recién nacidos, por parto vaginal a término no complicado, comparándola con ultratemprana (&24 horas que incluya un programa de control posnatal organizado que permita evaluar a la madre y al bebe a las 48- 72 horas. Materiales y métodos: Se diseñó un árbol de decisión para un hospital que preste servicio de obstetricia, desde la perspectiva del sistema de salud colombiano. El horizonte de tiempo fue el periodo neonatal (primer mes de vida extrauterina. La efectividad fue medida en los siguientes desenlaces: reconsultas evitadas y hospitalizaciones evitadas. Resultados: Se estima que cada año nacen 336.000 niños por partos vaginales a término. Cada día de reducción de estancia hospitalaria implicaría 29 mil millones de pesos de ahorro para el sistema de salud colombiano. Comparada con el alta temprana ($88.015 el alta ultratemprana cuesta más ($93.129 y se asocia con una mayor tasa de hospitalización (55 incrementales por cada 1000 y de reconsultas (320 adicionales por cada 1000. Conclusión: Un alta ultratemprana se justificaría solo si se cumpliera con una detallada lista de chequeo para garantizar que el ahorro para el sistema no se traduzca en mayores complicaciones para la madre y el niño.

  8. Identificação imuno-histoquímica de Listeria monocytogenes em placentas fixadas em formol e embebidas em parafina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Schwab Jussara Pires

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar Listeria monocytogenes (Lm em placentas humanas pela técnica de imuno-histoquímica (IHQ e relacionar sua presença com as alterações histológicas encontradas com as alterações histológicas encontradas no exame convencional, com o trimestre gestacional, a idade das gestantes, casos de aborto e parto prematuro e a ocorrência de aborto habitual. MÉTODOS: um estudo retrospectivo foi realizado no setor de patologia de um hospital-escola de Porto Alegre no ano 2000. O material dos blocos de parafina de 254 placentas (exames anatomopatológicos, provenientes de aborto, de parto prematuro e de nascimento a termo, foi analisado pela técnica histológica convencional com a coloração de hematoxilina e eosina (HE. A técnica de IHQ foi realizada no material de 148 exames anatomopatológicos, que apresentaram alterações inflamatórias, hemorragia, necrose e trombose, utilizando anticorpo policlonal Rabbit A "Listeria monocytogenes" B65420R (Biodesign® na diluição 1:1000 e complexo avidina-biotina-estreptavidina. O teste c² foi aplicado para a análise estatística. RESULTADOS: a presença de Lm foi identificada em 33,7% das placentas analisadas pela técnica IHQ. Corioamnionite e vilite foram as alterações inflamatórias que estiverem associadas a diferença significativa nas placentas positivas. Lm esteve presente nas placentas de 1º, 2º e 3º trimestre gestacional. Não houve associação entre idade das gestantes, casos de aborto e/ou parto prematuro e a presença ou ausência de Lm nas placentas. Abortos habituais ocorreram em pacientes com ou sem Lm no tecido placentário. CONCLUSÃO: a técnica de IHQ pode ser utilizada para confirmar o diagnóstico histopatológico de listeriose em todos os trimestres gestacionais.

  9. Morbidade febril puerperal em pacientes infectadas pelo HIV Puerperal morbidity in HIV-positive women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea De Marcos

    2003-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar as taxas de morbidade febril puerperal em pacientes infectadas pelo HIV e sua correlação com a via de parto, duração do trabalho de parto, tempo de rotura de membranas, número de células CD4+ e carga viral do HIV periparto. MÉTODOS: foram incluídas 207 gestantes infectadas pelo HIV, com seguimento pré-natal e parto entre maio de 1997 e dezembro de 2001, sendo 32 submetidas a parto vaginal e 175 a cesárea. Do total de pacientes, 62,8% foram submetidas a cesárea eletiva. A idade média no grupo analisado foi de 27,4 anos, 25,6% eram nulíparas e 26% primíparas, com idade gestacional média de 37,8 semanas no momento do parto. A contagem média de células CD4+ foi de 481 células /mm³ e da carga viral do HIV de 49.100 cópias/mL, ambas no final da gestação. RESULTADOS: a morbidade febril puerperal ocorreu em 34 pacientes, sendo 33 pós-cesárea e 1 pós-parto vaginal. O tipo mais comum de intercorrência infecciosa pós-cesárea foi infecção de cicatriz cirúrgica (13% dos casos de infecção. Os fatores analisados, como duração do trabalho de parto, tempo de rotura de membranas, contagem de células CD4+ ou carga viral do HIV periparto, não interferiram na taxa de morbidade febril puerperal. CONCLUSÕES: A incidência de morbidade febril puerperal foi de 16,8%, sendo mais freqüente pós-cesárea (18,9% que pós-parto vaginal (3,1%. Os demais fatores não mostraram relação significativa com a taxa de morbidade febril puerperal.PURPOSE: the morbidity in HIV-positive patients due to puerperal fever was studied and correlated to the method and duration of labor, the duration of premature rupture of the membranes, CD4+ cell count and the viral load (VL at peridelivery. METHODS: a total of 207 HIV-positive women with prenatal examinations and deliveries between May 1997 and December 2001 were enrolled. Of these, 32 had natural childbirth and 175 had a cesarean section. Of the total of enrolled patients, 62

  10. Early delivery of anencephalic fetus based on personality rights and constitutional principles Antecipação do parto de feto anencefálico à luz dos direitos da personalidade e dos princípios constitucionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Asuncion Enriquez Prado

    2009-05-01

    Full Text Available This paper discusses the study of early delivery of anencephalic fetus. It is based on the Allegation of Breach of Fundamental Precept No. 54, which seeks to legalize this. Furthermore, it discusses the conduct of pregnant women, and argues that this procedure is considered atypical: these cases would not qualify as abortion, because for fetuses with this anomaly there is no expectation of extra-uterine life. However, it emphasizes the autonomy of the pregnant woman charging her for deciding on the anticipation or not of childbirth. The analyses of this study are based on personality rights and constitutional principles, both in relation to the fetus, as compared to the women. It also discusses the issue of abortion in Brazil and clarifies the concept of anencephaly.Este trabalho aborda o estudo da antecipação do parto de feto anencefálico. Toma como base de pesquisa a Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 54 que busca legalizar este fato. Ademais, discute acerca da conduta da gestante, defendendo que essa seja considerada atípica, visto que não se caracteriza como aborto tais casos, pois para os fetos portadores desta anomalia não existe expectativa de vida extra-uterina. Contudo, ressalta a autonomia da vontade da grávida incumbindo a ela escolher pela realização ou não de tal procedimento. As análises deste estudo fundamentam-se nos direitos da personalidade e nos princípios constitucionais, tanto em relação ao feto com em relação à mulher, além de abordar o tema do aborto no Brasil e de esclarecer mais sobre o conceito de anencefalia.

  11. Avaliação do risco para parto prematuro espontâneo pelo comprimento do colo uterino no primeiro e segundo trimestres da gravidez Risk assessment for spontaneous preterm delivery according to cervical length in the first and second trimesters of pregnancy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Henrique Burlacchini de Carvalho

    2002-08-01

    Full Text Available Objetivos:avaliar, no primeiro e segundo trimestres da gravidez, a correlação entre o comprimento do colo uterino e a ocorrência de parto prematuro espontâneo. Métodos:em 641 grávidas do pré-natal geral, a medida do comprimento do colo uterino foi realizada em dois momentos: entre a 11ª e a 16ª e entre a 23ª e a 24ª semana da gravidez. A avaliação do colo uterino foi feita pela ultra-sonografia transvaginal, com a grávida em posição ginecológica e tendo realizado previamente esvaziamento da bexiga. O comprimento do colo uterino foi medido linearmente do seu orifício interno ao externo. A medida do comprimento do colo uterino foi correlacionada com a idade gestacional no momento do parto. Para comparação das médias do grupo de grávidas que tiveram parto prematuro e a termo utilizamos o teste t de Student. A sensibilidade, especificidade, taxa de falso-positivos, falso-negativos e acurácia para o parto prematuro foram calculadas para os comprimentos de colo menores ou iguais a 30 mm, 25 mm e 20 mm. Resultados:a medida do comprimento do colo uterino entre a 11ª e a 16ª semana de gestação não apresentou diferença significativa entre o grupo de parto prematuro e o grupo a termo (40,6 mm e 42,7 mm, respectivamente, p=0,2459. A diferença entre os grupos, no entanto, foi significativa quando o colo foi medido entre a 23ª e a 24ª semana de gravidez (37,3 mm para o grupo que evoluiu com parto prematuro e 26,7 mm para o grupo a termo, p=0,0001, teste t de Student. Conclusões:o comprimento do colo uterino entre a 11ª e a 16ª semana de gravidez não foi significativamente diferente entre as gestantes com parto prematuro ou a termo. No entanto, na 23ª e 24ª semana esta diferença foi significativa, podendo ser um método de predição da prematuridade.Purpose: to evaluate, in the first and second trimesters of pregnancy, the correlation between cervical length and spontaneous preterm delivery. Methods: cervical length was

  12. Determinantes nutricionais e sóciodemográficos da variação de peso no pós-parto: uma revisão da literatura Nutritional and socio-demographic determinants of post-partum weight change: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Beatriz Trindade de Castro

    2009-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo de revisão sobre os fatores nutricionais e sócio-demográficos da variação de peso no pós-parto. Foi realizada uma busca bibliográfica nas bases de dados eletrônicas Scientific Eletronic Library On-line (SciELO, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE referente a literatura publicada na última década (1997-2008. Treze artigos, um informe técnico e dois livros considerados relevantes sobre o assunto e publicados anteriormente ao ano 1997 foram citados na revisão. A revisão priorizou estudos de ensaios clínicos randomizados e de seguimento realizados com gestantes e mulheres no pós-parto. Os resultados obtidos mostram como principais fatores associados com a variação de peso no pós-parto o ganho de peso gestacional acima das recomendações do Institute of Medicine, Índice de Massa Corporal Pré-Gestacional > 25 kg/m2, dieta, tempo e intensidade do aleitamento materno e os fatores sócio-demográficos: raça negra, primiparidade, idade materna, baixa renda e baixa escolaridade. A prática regular de atividade física é recomendada como uma estratégia para evitar o ganho de peso excessivo e melhorar a perda de peso durante o pós-parto. No Brasil não existe uma estratégia nacional para prevenir o ganho de peso excessivo e garantir a adequada perda de peso nesse período. Durante o pós-parto, a maioria das ações de saúde visa basicamente garantir o aleitamento materno.This study is a review of nutritional and sociodemographic factors determining post-partum weight variation. A bibliographical search was carried out on the electronic databases Scientific Eletronic Library On-line (SciELO, Latin-American and Caribbean Literature on Health Sciences (LILACS and Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE for titles published in the past decade (1997-2008. Thirteen articles, one technical

  13. Sobre as dores e temores do parto: dimensões de uma escuta On pains and fear in childbirth: dimensions of listening

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Verônica Rodrigues

    2008-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: desenvolver algumas reflexões sobre os possíveis efeitos benéficos de uma escuta responsiva à verbalização da presença de dor, medos e seus correlatos na cena do parto tomando como base dados empíricos de pesquisa realizada em maternidade situada na cidade de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo, de metodologia qualitativa, referenciado no quadro teórico da Psicologia Social, Psicanálise e Lingüística, utilizando entrevistas semi-estruturadas com 20 parturientes e sete doulas e observação de rotinas da maternidade. RESULTADOS: a análise, apoiada em categorias estabelecidas (subjetividade auto-referida, intersubjetividade, acolhimento, apropriação da experiência mostrou, entre outros pontos, a importância e a valorização da interlocução qualificada no processo da parturição. Processo esse referido pelas parturientes como experiência de elevado grau de estresse, com vivências de dor, medos e ansiedades, porém mitigados pelo apoio recebido. CONCLUSÕES: a análise permitiu compreender as relações interpessoais como campo de interlocução e acolhimento percebidos pelas mulheres do estudo capazes de produzir efeitos favoráveis sobre as vivências do estresse materno, configurando-se como recurso técnico, qualificado e valioso, oferecido à parturiente.OBJECTIVES: to reflect on the possibilities raised by listening to the life-experiences related by parturient women concerning pain on delivery, using empirical data from research carried out in a Maternity ward in the city of São Paulo, Brazil. METHODS: a descriptive study, with a qualitative methodology, based on the theoretical framework of Social Psychology, Psychoanalysis and Linguistics was carried out, by means of semi-structured interviews with parturient women and midwives, in addition to observation of maternity routines. RESULTS: one of the findings of the analysis, based on established categories (self-referred subjectivity

  14. Comparison of Balloon-Occluded Retrograde Transvenous Obliteration (BRTO) Using Ethanolamine Oleate (EO), BRTO Using Sodium Tetradecyl Sulfate (STS) Foam and Vascular Plug-Assisted Retrograde Transvenous Obliteration (PARTO)

    International Nuclear Information System (INIS)

    Kim, Young Hwan; Kim, Young Hwan; Kim, Chan Sun; Kang, Ung Rae; Kim, See Hyung; Kim, Joo Hwan

    2016-01-01

    PurposeTo compare the clinical outcomes of balloon-occluded retrograde transvenous obliteration (BRTO) using ethanolamine oleate (EO), BRTO using sodium tetradecyl sulfate (STS) foam, and vascular plug-assisted retrograde transvenous obliteration (PARTO).Materials and MethodsFrom April 2004 to February 2015, ninety-five patients underwent retrograde transvenous obliteration for gastric varices were analyzed retrospectively. BRTO with EO was performed in 49 patients, BRTO with STS foam in 25, and PARTO in 21. Among them, we obtained follow-up data in 70 patients. Recurrence of gastric varices was evaluated by follow-up endoscopy or CT. Medical records were reviewed for the clinical efficacy. Statistical analyses were performed by Kaplan–Meier method, Chi-square, Fisher’s, and Kruskal–Wallis tests.ResultsTechnical and clinical success was 94.7 %. As major complications, a hemoglobinuria and a death due to disseminated intravascular coagulation (DIC) were occurred in two patients with BRTO using EO. Recurrence occurred more frequently in PARTO group (P < 0.05). Recurrence occurred in three patients in BRTO using EO group and four patients in PARTO group with 3.2 and 32.8 % of each expected 1-year recurrence rates. There was no recurrence in BRTO using STS group. Abdominal pain occurred more frequently in BRTO using EO than BRTO using STS foam and PARTO (P < 0.05). Procedure time of PARTO was shorter than two conventional BRTOs (P < 0.05).ConclusionsBRTO using STS foam or PARTO is better than BRTO using EO for treatment of gastric varices in terms of complication or procedure time. However, PARTO showed frequent recurrence of gastric varices during the long-term follow-up rather than BRTO.

  15. Comparison of Balloon-Occluded Retrograde Transvenous Obliteration (BRTO) Using Ethanolamine Oleate (EO), BRTO Using Sodium Tetradecyl Sulfate (STS) Foam and Vascular Plug-Assisted Retrograde Transvenous Obliteration (PARTO)

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Kim, Young Hwan; Kim, Young Hwan, E-mail: yhkim68@dsmc.or.kr; Kim, Chan Sun [Keimyung University College of Medicine, Department of Radiology, Dongsan Medical Center (Korea, Republic of); Kang, Ung Rae [Daegu Catholic University Medical Center, Department of Radiology (Korea, Republic of); Kim, See Hyung; Kim, Joo Hwan [Keimyung University College of Medicine, Department of Radiology, Dongsan Medical Center (Korea, Republic of)

    2016-06-15

    PurposeTo compare the clinical outcomes of balloon-occluded retrograde transvenous obliteration (BRTO) using ethanolamine oleate (EO), BRTO using sodium tetradecyl sulfate (STS) foam, and vascular plug-assisted retrograde transvenous obliteration (PARTO).Materials and MethodsFrom April 2004 to February 2015, ninety-five patients underwent retrograde transvenous obliteration for gastric varices were analyzed retrospectively. BRTO with EO was performed in 49 patients, BRTO with STS foam in 25, and PARTO in 21. Among them, we obtained follow-up data in 70 patients. Recurrence of gastric varices was evaluated by follow-up endoscopy or CT. Medical records were reviewed for the clinical efficacy. Statistical analyses were performed by Kaplan–Meier method, Chi-square, Fisher’s, and Kruskal–Wallis tests.ResultsTechnical and clinical success was 94.7 %. As major complications, a hemoglobinuria and a death due to disseminated intravascular coagulation (DIC) were occurred in two patients with BRTO using EO. Recurrence occurred more frequently in PARTO group (P < 0.05). Recurrence occurred in three patients in BRTO using EO group and four patients in PARTO group with 3.2 and 32.8 % of each expected 1-year recurrence rates. There was no recurrence in BRTO using STS group. Abdominal pain occurred more frequently in BRTO using EO than BRTO using STS foam and PARTO (P < 0.05). Procedure time of PARTO was shorter than two conventional BRTOs (P < 0.05).ConclusionsBRTO using STS foam or PARTO is better than BRTO using EO for treatment of gastric varices in terms of complication or procedure time. However, PARTO showed frequent recurrence of gastric varices during the long-term follow-up rather than BRTO.

  16. A mulher no pós-parto domiciliar: uma investigação sobre essa vivência La mujer en el posparto domiciliario: una investigación sobre esa vivencia The woman in the home postpartum: a research about this existence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Helena Garcia Penna

    2006-12-01

    Full Text Available Investigamos a vivência do pós-parto domiciliar pela mulher a partir de sua percepção acerca dos sentimentos, mudanças e situações desse período. Numa abordagem qualitativa, entrevistamos oito puérperas, entre o 15º e o 30º dias de pós-parto, atendidas nas consulta de enfermagem de revisão puerperal numa Unidade Básica de Saúde (UBS/SMS/RJ. A técnica utilizada na análise foi a de Análise de Conteúdo, na qual emergiu as seguintes categorias: Atendimento das expectativas, Situação das Relações Interpessoais, Situação da Relação Intrapessoal (sentimentos e sensações; relação com o corpo. Constatamos que as depoentes vivenciaram o pós-parto com satisfação, porém identificamos também uma desvalorização do ser mulher e do autocuidado em prol da atenção ao recém-nascido. Percebemos a importância da participação familiar no processo maternal e a realização de um acompanhamento pós-parto que aborde os reais sentimentos desse período, o resgate da autonomia sobre si mesmas e outros aspectos da subjetividade das puérperas.Investigamos la viviencia del post-parto domiciliario por la mujer desde su percepición sobre los sentimientos, cambios y situaciones de esto período. En un abordaje cualitativo, entrevistamos ocho puérperas, entre el 15° y el 30° día de post-parto, ayudadas en las consultas de enfermería de revisión puerperal en una Unidad Basica de Salud (UBS/SMS/RJ. La tecnica usada en el analisis fué la de Analisis de Contenido, en el cual emergió las seguientes categorías: Atendimiento de las Expectativas, Situaciones de las Relaciones Interpersonais, Situaciones de Relación Intrapersonal (sentimientos y sensaciones; relación con el cuerpo. Fué constatado que las deponentes vivieron el post-parto con satisfación, pero fué indentificado también una desvaloración del ser mujer y del autocuidado en prol de la atención al recién nacido. Percebimos la importáncia de la participación de

  17. Combinación de agentes tocolíticos para la inhibición del trabajo de parto prematuro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    2014-11-01

    Conclusiones de los autores: No está claro si una combinación de fármacos tocolíticos para el trabajo de parto prematuro es más ventajosa para las embarazadas y los recién nacidos, debido a la falta de ensayos grandes bien diseñados que incluyan los resultados de interés. No hay ensayos de regímenes de combinación que utilicen los agentes tocolíticos usados con gran frecuencia como los bloqueantes de los canales de calcio (nifedipino y los antagonistas de los receptores de oxitocina (atosiban. Se necesitan ensayos adicionales antes de establecer conclusiones específicas sobre el uso del tratamiento con tocolíticos combinados para el trabajo de parto prematuro.

  18. Morbilidad diferencial en las cesáreas anteriores: elegir entre un parto vaginal y una cesárea iterativa

    OpenAIRE

    Mozo Valdivieso, Eva Gloria

    2014-01-01

    INTRODUCCIÓN: El nacimiento después de una cesárea se ha caracterizado por cambios dramáticos en la práctica obstétrica y unas políticas restrictivas cada vez más cuestionadas. El éxito del PVDC varía entre 56%-80%, aunque la proporción de mujeres que intentan un parto vaginal es cada vez menor. Se han realizado estudios que demuestran la existencia de beneficios y daños asociados con la cesárea electiva y el parto vaginal después de cesárea. Se pretende conocer la incidencia de morbilidad en...

  19. Utilidad de una prueba cualitativa para la detección de fibronectina fetal en secreción cervicovaginal como predictor de parto prematuro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.R. López-Ocaña

    2015-12-01

    Existen diversos marcadores para la predicción del parto prematuro, a fin de superar las debilidades del examen obstétrico y permitir así un diagnóstico y tratamiento oportuno. Entre estos marcadores se encuentra la determinación de fibronectina fetal en secreciones vaginales, por lo que el objetivo de este estudio fue evaluar la utilidad de la fibronectina fetal como un predictor de parto prematuro en embarazadas, así como establecer la sensibilidad, especificidad y los valores predictivos de la prueba, con el propósito de valorar su uso en embarazadas con factores de riesgo en las unidades de primer nivel de atención.

  20. Estudio de cinco años de la morbimortalidad en recién nacidos por parto pretérmino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Luz Torres Rojas

    2015-06-01

    Full Text Available Fundamento: el parto pretérmino constituye un problema de salud a nivel mundial. Contribuye aproximadamente al 75 % de la mortalidad perinatal, además de influir sobre la calidad de vida de los niños sobrevivientes. Objetivo: caracterizar aspectos relacionados con la morbimortalidad en el parto pretérmino, en neonatos nacidos en el Hospital General Docente “Dr. Ernesto Guevara”, desde enero de 2010 hasta diciembre de 2014. Métodos: se realizó un estudio descriptivo y longitudinal. La población de estudio estuvo formada por los neonatos nacidos con edad gestacional menor de 37 semanas, en el lugar y período de tiempo referidos anteriormente. Resultados: se efectuaron 1321 partos pretérmino con nacidos vivos, observándose un incremento de 4,9 % en 2010 a 6,3 % en 2014; así como, un total de 1462 bajo peso al nacer para un índice de 6,5 %. De los 86 fallecidos en el período, 67 fueron pretérmino, representando el 77,9 %. Las causas más frecuentes relacionadas con la prematuridad fueron: el trabajo de parto espontáneo, la rotura prematura de membranas y la pre-eclampsia agravada. Las principales causas de muerte fueron la inmadurez, la sepsis connatal, y las malformaciones. Se presentaron 47 nacimientos con edad gestacional menor de 28 semanas, con una sobrevida de 38,2 %. Conclusiones: la prematuridad se incrementó en los últimos años y se relaciona con más del 75 % de la mortalidad neonatal. La supervivencia del menor de 28 semanas fue buena.

  1. Violência obstétrica em maternidades públicas do estado do Tocantins

    OpenAIRE

    Guimarães, Liana Barcelar Evangelista; Jonas, Eline; Amaral, Leila Rute Oliveira Gurgel do

    2018-01-01

    Resumo: Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada em 14 maternidades públicas do Estado do Tocantins onde foram entrevistadas 56 mulheres por meio de entrevista semiestruturada. O estudo teve como objetivo identificar as percepções das mulheres sobre violência obstétrica no processo de parto. A percepção das mulheres sobre violência obstétrica apresentou-se relacionada à falta de qualidade e acolhimento na assistência, destacando a ocorrência de expressões diversas de viol...

  2. Composição de ácidos graxos do leite materno em mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Y. Nishimura

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a composição de ácidos graxos do leite humano maduro de mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira. MÉTODOS: Amostras de leite materno maduro foram obtidas de 47 mulheres lactantes com idade entre 18 e 35 anos, que tiveram partos a termo e em aleitamento exclusivo ou predominante. A coleta de leite se deu a partir da 5ª semana pós-parto, por meio de ordenha manual. A composição de ácidos graxos do leite foi determinada por cromatografia gasosa. RESULTADOS: Verificou-se que a concentração de eicosapentaenoico (0,08% foi superior ao observado em estudos brasileiros prévios. Entretanto, o teor de docosahexaenoico (0,09% encontrado no leite humano foi um dos menores já verificados no mundo. O teor de ácidos graxos trans (2,05% foi similar ao relatado em estudos nacionais prévios à obrigatoriedade de declaração do teor deste em rótulos de alimentos, sugerindo que esta medida não surtiu efeito na redução de seu teor na dieta habitual das mulheres. CONCLUSÕES: Baixo teor de docosahexaenoico e elevada concentração de ácidos graxos trans foram verificados no leite materno maduro de mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira.

  3. Pesquisa acadêmica sobre humanização do parto no Brasil: tendências e contribuições Investigaciones académicas sobre Humanización del Parto en Brasil: tendencias y contribuciones Academic research studies on humanization of childbirth in Brazil: trends and contributions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Lenho de Figueiredo Pereira

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Realizamos um levantamento das pesquisas acadêmicas brasileiras dos programas de pós-graduação stricto sensu acerca da humanização do parto e nascimento, de forma a identificar a distribuição temporal, regional, por abordagem metodológica e área de conhecimento, e analisar as contribuições desta produção acadêmica para a prática assistencial. MÉTODOS: Pesquisa exploratória e descritiva. Os dados foram coletados através dos resumos de teses e dissertações disponíveis em bases de dados de bibliotecas virtuais, BIREME e CAPES. RESULTADOS: Foram encontradas 26 dissertações e 4 teses no período de 1987 a 2004. A maioria (20; 66,7% foi desenvolvida em programas de pós-graduação da região Sudeste. Mais da metade (16; 53,3% do total foi realizada em programas de pós-graduação de enfermagem. A metodologia qualitativa foi a mais utilizada (25; 80%. Os aspectos ético-políticos da assistência predominaram (20; 66,7% sobre os aspectos técnicos nas sínteses dos resultados e conclusões das pesquisas estudadas. CONCLUSÃO: As pesquisas de pós-graduação propõem mudança de paradigma técnico-científico, na formação profissional, na atitude profissional frente aos direitos humanos e sociais, e uma redefinição de papeis profissionais das enfermeiras e parteiras.OBJETIVOS: Fue realizado un levantamiento de las investigaciones académicas brasileñas de los programas de postgrado stricto sensu respecto a la humanización del parto y nacimiento, de forma a identificar la distribución temporal, regional, por abordaje metodológico y área del conocimiento, y analizar las contribuciones de esta producción académica para la práctica asistencial. MÉTODOS: Se trata de uma investigación exploratória y descriptiva. Los datos fueron recolectados a través de los resúmenes de tesis de maestría y de doctorado disponibles en las bases de datos de bibliotecas virtuales, BIREME y CAPES. RESULTADOS: Fueron

  4. Percepções de enfermeiras obstétricas sobre sua competência na atenção ao parto normal hospitalar Percepciones de enfermeras obstétricas sobre su competencia en la atención del parto normal hospitalario Obstetrical nurses' perceptions of their competence in assisting hospital delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Regina Rabelo

    2010-03-01

    Full Text Available Investiga-se a percepção de enfermeiras obstétricas sobre sua competência na atenção ao parto normal (PN hospitalar. Os dados foram coletados em pesquisa qualitativa, através de entrevistas individuais semi-estruturadas, realizadas em um hospital universitário de Porto Alegre, e submetidos à análise de conteúdo. A análise foi embasada nos referenciais que definem competência profissional como a capacidade de mobilizar diferentes conhecimentos, dependendo dos problemas da prática a resolver. Para as entrevistadas, a competência para atender o PN hospitalar é multidimensional, embora tenham enfatizado sua dimensão técnica. Essa ênfase é justificada pela insegurança resultante da falta de espaço para realizarem este atendimento, em função de disputas com médicos e deficiências na formação. O desejo de serem competentes no atendimento ao PN não se traduz, porém, na consciência das suas responsabilidades na transformação deste cenário. Isso sugere que, para agir nesta direção, seria necessário, não só desenvolver competência técnica, mas também ético-política.Se investiga la percepción de enfermeras obstétricas sobre su competencia en la atención del parto normal (PN hospitalario. Los datos fueron recolectados en investigación cualitativa, a través de entrevistas individuales semiestructuradas realizadas en un hospital universitario de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, y sometidos al método de análisis de contenido. El estudio se basó en los referenciales que definen la competencia profesional como la capacidad de movilizar diferentes conocimientos, dependiendo de los problemas de la práctica a resolver. Para las entrevistadas, la competencia para atender el PN hospitalario es multidimensional, aunque tenían enfatizada su dimensión técnica. Dicho énfasis se justifica en la inseguridad resultante de la falta de espacio para realizar este proceso de atención, en función de disputas con m

  5. IDENTIFICAÇÃO DOS FATORES DE RISCO PARA DEPRESSÃO PÓS-PARTO: IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Andrade Gomes

    2010-01-01

    Full Text Available La investigación tuvo como objetivo identificar los factores de riesgo que pueden contribuir para la Depresión Post-parto (DPP y también identificar los síntomas que pueden caracterizarla en el período del puerperio inmediato. Se trata de una investigación descriptiva con enfoque cuantitativo, realizada entre abril y mayo del 2008, con puérperas (n = 95 de una maternidad considerada de referencia de la ciudad de Fortaleza. Como instrumentos se utilizaron: un formulario con informaciones socioeconómicas y demográficas y la Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS, para evaluar la DPP. La prevalencia de depresión post-parto encontrada fue de 24,2% (EPDS = 13. Los hallazgos sugieren que las bajas condiciones socioeconómicas pueden contribuir para el desarrollo de la DPP y, a pesar de ser una enfermedad subdiagnosticada, las cifras encontradas muestran alto porcentaje de puérperas susceptibles a desarrollar síntomas de depresión después del parto.

  6. História gestacional e características da assistência pré-natal de puérperas adolescentes e adultas em uma maternidade do interior de Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Angélica Vieira Santos

    Full Text Available Resumo O objetivo desta pesquisa foi analisar a história gestacional e as características da assistência pré-natal de puérperas adolescentes e adultas em uma maternidade localizada em uma cidade de Minas Gerais, referência para a macrorregião de saúde do Jequitinhonha. Trata-se de um estudo transversal descritivo. Entrevistou-se 327 puérperas, entre maio de 2013 a março de 2014, utilizando um instrumento semiestruturado. Predominou o número de puérperas adultas com uma amostra de 255. Com relação ao pré-natal, 324 puérperas realizaram as consultas. Quanto ao local de realização do pré-natal, 79,2% das adolescentes, realizaram no serviço público de saúde, enquanto entre as adultas essa porcentagem foi de 60,4%. Quanto ao tipo de parto, 54,7% das puérperas o tiveram normal e 45% cesárea. Entre as adolescentes, houve uma maior porcentagem de parto normal comparado às adultas, e esse dado teve relação estatisticamente significativa com a idade da puérpera. Com relação à idade gestacional no momento do parto, 85,9% tiveram seus partos a termo; 13,5% pré-termo e 0,6% pós-termo. Evidenciou-se que as puérperas adolescentes estiveram em desvantagem em relação às demais mães no que diz respeito tanto às características socioeconômicas quanto na assistência recebida no pré-natal.

  7. Saturação de oxigênio fetal medida pela oximetria de pulso durante o trabalho de parto: relações com o ph da artéria umbilical Fetal oxygen saturation measured by pulse oximetry during labor: relation to umbilical artery pH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Nunes de Morais

    1999-04-01

    Full Text Available Objetivos: estudar os níveis de saturação de oxigênio fetal (SpO2 durante o trabalho de parto pela técnica da oximetria de pulso e sua relação com o pH da artéria umbilical (AU. Pacientes e Métodos: a SpO2 fetal foi medida durante o parto por meio da técnica da oximetria de pulso em 50 casos. Comparou-se a média dos valores de SpO2 entre os dois períodos do trabalho de parto, sendo o primeiro subdividido em fases, segundo a dilatação cervical ( ou = 7,20 e ou = 30,0%. Resultados: as médias da SpO2 fetal no primeiro período do parto foram de 53,0 ± 7,3% e 44,2 ± 6,8%, e no segundo 46,8 ± 7,7% e 38,4 ± 7,1% (pH da AU > ou = 7,20 e ou = 7,20 foram de 55,1 ± 5,1% (Purpose: to study fetal oxygen saturation (SpO2 levels during labor by continuous pulse oximetry tecnique, and its relation to umbilical artery (UA pH. Patients and Methods: fetal SpO2 levels were measured during labor by the pulse oximetry technique in 50 subjects. Average values of SpO2 were compared between the first and second stage of labor, with the first stage further subdivided into phases, according to cervical dilatation of ( or = 7.20 and or = 30.0% was considered normal. Results: fetal SpO2 averages during the first stage were 53.0 ± 7.3% and 44.2 ± 6.8% (UA pH > or = 7.20 and or = 7.20 were 55.1 ± 5.1% (<=4 cm, 52.3 ± 4.6% (5-7 cm and 51.5 ± 7.2% (8-9 cm; for UA pH <7.20, the fetal SpO2 averages were 46.3 ± 5.1% (<=4 cm, 43.6 ± 6.7% (5-7 cm and 42.8 ± 5.8% (8-9 cm. Considering the UA pH, these differences were statistically significant (p<0.01. Conclusion: a significant decrease of oxygen saturation values was observed during labor when fetal pulse oximetry was used.

  8. Concentração plasmática do hormônio adrenocorticotrófico de parturientes submetidas a método não farmacológico de alívio da ansiedade e dor do parto Concentración de la hormona adrenocorticotrófica en parturientas sometidas a un método no farmacológico de alivio de ansiedad y el dolor durante el parto Corticotrophin hormone serum levels of parturients submitted to nonpharmacologic anxiety and pain relief method during labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilza Alves Marques Almeida

    2005-04-01

    Full Text Available Objetivo: analisar os níveis séricos do hormônio adrenocorticotrófico (ACTH e a correlação entre esses níveis, a ansiedade e a dor na parturição. Dezessete parturientes (grupo controle - GC receberam assistência de enfermagem de rotina, e dezenove (grupo experimental - GE foram estimuladas e orientadas a realizar técnicas de respiração e relaxamento. Os níveis plasmáticos do ACTH, o traço e estado de ansiedade e a intensidade de dor foram avaliados. Os níveis de ACTH foram baixos no início do trabalho de parto, com pico no final e regressão no pós-parto imediato, sem diferença estatisticamente significativa entre os grupos. A redução do ACTH com alívio parcial do estresse do GE, sugere a interferência das técnicas de respiração e relaxamento. Os níveis do ACTH, não se correlacionaram à ansiedade e à dor, em ambos os grupos.La finalidad de este estudio fue analizar los niveles séricos de la hormona adrenocorticotrófica (ACTH, la correlación entre esos niveles, la ansiedad y el dolor en el parto. Diecisiete parturientas (grupo control - GC recibieron atención de enfermería de rutina y diecinueve (grupo experimento - GE fueron preparadas y orientadas a realizar técnicas de respiración y relajación. Los niveles de la ACTH, el trazo y estado de ansiedad y la intensidad del dolor fueron evaluados. Los niveles de la ACTH fueron bajos en el inicio del trabajo de parto, con elevación en el final y regresión en el postparto inmediato, sin diferencia estadísticamente significativa entre los grupos. La reducción de la ACTH con alivio parcial del stress del GE, sugiere la interferencia de las técnicas de respiración y relajación. Los niveles de la ACTH no se correlacionaron ni con la ansiedad ni con el dolor, en ambos grupos.This study aimed to analyze the plasma ACTH levels and the correlation between the ACTH levels and pain and anxiety during the parturition. Seventeen parturients received routine nursing

  9. Avaliação Ultra-sonográfica Longitudinal do Colo Uterino em Gestações Gemelares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fujita Mariza Marie

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: analisar a evolução do comprimento do colo uterino ao longo da gestação gemelar e descrever a sua relação com a idade gestacional na época do parto. Métodos: estudo retrospectivo com análise de dados obtidos prospectivamente entre 1994 e 2000, no qual foram incluídas 149 grávidas com gestações gemelares. Estas foram submetidas a avaliações ultra-sonográficas para medida do comprimento do colo uterino no período de 1994 a 2000. A medida do colo uterino foi realizada na primeira avaliação ultra-sonográfica e, a partir desta, repetida em intervalos de quatro semanas. O exame foi realizado pela via endovaginal com a bexiga vazia. Resultados: em 127 gestações (85,2%, o parto ocorreu após a 34ª semana; em 20 (13,4%, entre a 24ª e a 33ª semanas, e 2 casos (1,3% resultaram em abortamento espontâneo antes da 24a semana. A idade gestacional média na época dos partos foi 36,3 semanas. Um total de 497 avaliações do colo foram realizadas nas 127 gestações gemelares que resultaram em parto após 34 semanas (média de 4 avaliações por paciente. As avaliações foram realizadas entre a 91ª e a 39ª semana (idade gestacional média = 29,4 semanas. O teste de regressão polinomial demonstrou correlação inversa entre a medida do colo uterino e a idade gestacional (r=-0,44; p<0,0001. O valor médio foi de 44 mm na 10ª semana e 28 mm na 36ª semana. Os valores correspondentes para o 5º percentil foram de 28 mm e 12 mm, respectivamente. A mudança na medida do comprimento do colo do útero foi mais pronunciada na segunda metade da gestação (teste de Kruskal-Wallis, p=0,0006. A medida média do colo uterino e o 5ª percentil nos diferentes períodos da gestação foram determinados. Do total de 26 casos em que o parto ocorreu antes da 34ª semana, nove (34,6% apresentavam pelo menos uma medida do colo abaixo do 5º percentil. Conclusão: o comprimento do colo do útero diminui gradualmente durante a gesta

  10. El feto agresivo. Parto, formación de la persona y mito-historia en los Andes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Platt, Tristan

    2001-12-01

    Full Text Available Partiendo de un estudio etnográfico y lingüístico sobre la mortalidad materna en Bolivia, este trabajo etno-obstétrico trata de la concepción, la gestación y el parto en una comunidad quechua-hablante de Potosí. Analiza el paralelismo planteado entre la formación temprana de la persona y los orígenes mito-históricos de la sociedad. La sustancia pagana pre-hispánica fluye constantemente hacia una sociedad de conversos, dando realidad al concepto jurídico de “indio originario”. Se propone superar la oposición entre las interpretaciones “esencialistas” e “hibridistas” de la sociedad indígena, al mostrar que el “originario” necesariamente se construye por los comuneros como “esencial”, pero sin por eso negar su constante transformación histórica. Los ritos de separación del “feto agresivo” de la madre también plantean preguntas a los psicoanalistas sobre la influencia que pueden tener las experiencias perinatales sobre la formación individual en diferentes contextos históricos y culturales.

  11. La gineco-obstetricia en México: entre el “parto humanizado” y la violencia obstetrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Raquel Pozzio

    2016-05-01

    de la violencia obstétrica. Es a partir de estos dos fenómenos que el artículo se propone describir las diferentes posturas que los actores han tomado en torno de la introducción de prácticas de ‘parto humanizado’ – clasificadas como ‘abiertas’, ‘intermedias’ y de ‘resistencia’–, en tanto y en cuanto éstas buscan disminuir la violencia obstétrica. En especial, se subrayan las explicaciones y reacciones de las mujeres gineco-obstetras ante la violencia obstétrica. El análisis busca mostrar cómo el género como construcción y la antropología como método y enfoque contribuyen a entender el fenómeno y hacer inteligible esta aparente paradoja. Como conclusión, se plantea que establecer relaciones entre la feminización de la ob-gyn y la problematización de la violencia obstétrica nos permiten una entrada a la comprensión de los alcances y limitaciones del proceso de feminización de la profesión médica.

  12. Reproductive traits in the european Hare (<em>Lepus europaeusem> Pallas: the typical or Brown and the Mountain haplotypes.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charlotte Ragagli

    2008-07-01

    Full Text Available Abstract Four hundred and two pairs of hares belonging to the mountain and brown haplotypes of the European hare <em>Lepus europaeusem> Pallas, 1778 were raised in a farm located in central Italy over 4 years (from 2003 to 2006. The birth date, total number of young born, and number of surviving and weaned leverets were recorded for each pair. The start of reproduction, birth-interval, length of the reproductive season, number of birth per pair per year, number of leverets per pair, number of weaned leverets per pair and number of weaned leverets per birth were analysed in relation to the different haplotypes and years; the incidence of superfetation and pseudogestation was also considered. Results showed that the brown hare produced young at the beginning of February, whilst the mountain hare started reproduction significantly later. Brown hares showed a longer reproductive period than mountain hares (192 days vs 156 days and a higher productivity. The most frequent gestation length was 37-41 days. The distribution of delivery intervals did not differ between the two haplotypes. Riassunto Caratteristiche riproduttive di due aplotipi della lepre (<em>Lepus europaeusem> Pallas 1778. Lepri (<em>Lepus europaeusem> Pallas 1778 appartenenti all’aplotipo di montagna e a quello bruno sono state monitorate per 4 anni (dal 2003 al 2006 in uno stesso allevamento situato in una zona dell’Italia centrale. Per ciascuna coppia di riproduttori allevata (N = 402 sono stati raccolti i dati relativi a: data del parto, numero totale di nati, numero totale di nati vivi e di leprotti svezzati. L’inizio del periodo riproduttivo, l’intervallo interparto, la durata della gestazione, la durata della stagione riproduttiva, il numero di parti per coppia per anno, il numero di nati per coppia, il numero di svezzati per coppia, il numero di svezzati per parto sono stati analizzati in relazione ai

  13. Avaliação da medida do comprimento do colo e da ausência do eco glandular endocervical para predição do parto pré-termo Evaluation of risk for preterm delivery by measurement of uterine cervix and cervical gland area

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Rodrigues Pires

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a prevalência do sinal eco glandular endocervical (EGE e o comprimento cervical menor ou igual a 20 mm em gestantes entre a 21ª e a 24ª semana e comparar estes sinais ecográficos como fatores indicadores de parto pré-termo espontâneo. MÉTODOS: estudo prospectivo transversal no qual foram incluídas 361 gestantes da população geral, para realização de exame ultra-sonografico em idade gestacional entre a 21ª a 24ª semana. Os critérios de exclusão do estudo foram malformações müllerianas, gestações múltiplas, malformações fetais, óbito fetal, alterações da quantidade de líquido amniótico, placenta com inserção segmentar, antecedentes de cirurgia no colo uterino (conização, amputação, cerclagem e procedimentos cirúrgicos durante a gestação. Após a realização do exame ultra-sonográfico obstétrico morfológico efetuado por via abdominal, seguiu-se o exame ecográfico por via vaginal para observação de uma faixa hipoecóica ou hiperecóica adjacente ao canal endocervical correpondente às glândulas do epitélio endocervical (EGE e mensuração do comprimento cervical. As variáveis qualitativas são representadas por freqüência absoluta e relativa, ao passo que as variáveis quantitativas, por média, desvio-padrão, mediana e valores mínimo e máximo. A associação entre as variáveis qualitativas foi avaliada pelo teste c² ou teste exato de Fisher. Para cada variável estudada, foi calculado o risco relativo seguido do intervalo com 95% de confiança. A técnica de análise de regressão logística univariada foi utilizada para verificar, entre as variáveis estudadas, quais foram indicativas de parto pré-termo espontâneo. O nível de significância adotado foi de 95% (alfa = 5% e descritivos (p iguais ou inferiores a 0,05 foram considerados significantes. RESULTADOS: a incidência do parto pré-termo espontâneo foi de 5,0%. O comprimento do colo uterino revelou-se igual ou

  14. Risk factors associated with the occurrence of gastrointestinal helminths in dairy goats kept in grazing systemFatores de riscos associados à ocorrência de helmintos gastrintestinais em cabras leiteiras mantidas em sistema de pastejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adivaldo Henrique Fonseca

    2012-05-01

    Full Text Available Infection due to the gastrointestinal nematodes can negatively interact with the productive performance of dairy goats, and in some cases can induce mortality in the flocks. The objective was to study the influence of season, parturition order, postpartum, lactation and breed standard on the population of helminths in dairy goats. 31 goats were used, with 15 Saanen and 16 F1 (½ Boer + ½ Saanen. Of these, 13 were from the 1st lactation and 18 from the 2nd or more lactations. The highest fecal egg counts occurred during the summer and spring, with FEC in Saanen higher (p Infecção por nematóides gastrointestinais pode interagir negativamente com a performace produtiva de cabras de leite, e em alguns casos induzir a mortalidade em rebanhos. Objetivou-se conhecer a influência da estação do ano, ordem de parto, periparto, lactação e padrão racial sobre a população de helmintos em cabras leiteiras. Foram utilizadas 31 cabras, sendo 15 Saanen e 16 F1 (½ Saanen + ½ Bôer. Destas, 13 eram de 1º lactação e 18 de 2º ou mais lactações. As maiores contagens de OPG ocorreram no verão e primavera, sendo o OPG dos animais Saanen superior (p < 0,01 ao dos F1 (½ Saanen + ½ Bôer. Os animais de 1º lactação apresentaram OPG superior (p < 0,004 ao dos animais de 2º ou mais lactação. Durante o periparto as maiores contagem de OPG para os dois padrões raciais foram na semana do parto (p < 0,05, seguida pelo pós-parto e pré-parto. No periparto as cabras Saanen apresentaram OPG superior (p < 0,02 aos F1 e as primíparas (p < 0,008 em relação as pluríparas. Animais F1 são resistentes a helmintos quando comparado a animais Saanen, demonstrando que o cruzamento de raças resistentes com raças de alta produção é uma alternativa viável para aumentar a produtividade sem comprometer a estabilidade parasitaria do rebanho. O periparto constitui fator de risco associado á ocorrência de helmintos gastrintestinais, especialmente em cabras

  15. Non-pharmacological strategies on pain relief during labor: pre-testing of an instrument Estrategias no farmacológicas en el alivio del dolor durante el trabajo de parto: pre-test de un instrumento Estratégias não farmacológicas no alívio da dor durante o trabalho de parto: pré-teste de um instrumento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rejane Marie Barbosa Davim

    2007-12-01

    la Tesis de Doctorado.Estudo descritivo objetivando avaliar a efetividade de Estratégias Não Farmacológicas (ENF no alívio da dor de parturientes para fazerem parte de um instrumento de pesquisa a ser utilizado em tese de doutoramento. Para avaliar as ENF, utilizou-se a Escala Analógica Visual (EAV com 30 parturientes, tendo como local de pesquisa a unidade de parto humanizado de uma maternidade escola em Natal, RN. Verificou-se que, das seis ENF (exercícios respiratórios, relaxamento muscular, massagem lombossacral, banho de chuveiro, deambulação e balanço pélvico, duas foram excluídas após o pré-teste (deambulação e balanço pélvico, por apresentarem dificuldades de aceitação pelas parturientes. As demais (exercícios respiratórios, relaxamento muscular, massagem lombossacral e banho de chuveiro, com índices satisfatórios de aceitação e efetividade, demonstraram ser efetivas na redução da dor dessas parturientes, sendo, portanto, adequadas para a utilização no instrumento de coleta de dados na tese de doutoramento.

  16. Efeitos do manejo pós-parto de vacas primíparas no desempenho de bezerros de corte até um ano de idade Effects of post-partum management of primiparous cows on growth of beef calves up to one year of age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Augusto Albornoz Pötter

    2004-04-01

    Full Text Available Os efeitos no desenvolvimento de bezerros submetidos a: a três tratamentos, consitindo de cargas animais pós-parto (CA de 240 kg de peso vivo (PV/ha (tratamento 1, T1, de 320 kg de PV/ha (T2, ambas em campo nativo, e de 400 kg de PV/ha em pastagem melhorada de azevém (Lolium multiflorum L. por 80 dias pós-parto e, posteriormente, em CA igual à do T2 em campo nativo (T3; b duas idades de desmame, consistindo de desmame aos 100 (DP ou 180 (DC dias de idade, foram avaliados utilizando 92 bezerros filhos de vacas primíparas Hereford e Braford. O sexo dos bezerros influenciou significativamente o peso ao nascer, não sendo observado efeito da raça da vaca. Os tratamentos e a raça da vaca não influenciaram o ganho médio diário (GMD dos bezerros do nascimento ao desmame precoce. Bezerros filhos de vacas Braford tiveram maiores pesos no DP (PDP que os filhos de vacas Hereford, enquanto os tratamentos não influenciaram o PDP. Os bezerros filhos de vacas Braford no T2 tiveram GMD até os 180 dias (GMD180 e PV aos 180 dias (PAJ180 superiores aos bezerros filhos de vacas Braford no T1 e Hereford no T2. Os bezerros do DP tiveram GMD180 e PAJ180 significativamente inferiores aos bezerros do DC. Entretanto, não se verificaram efeitos de tratamentos e idade de desmame sobre o GMD até os 365 dias e o peso ajustado aos 365 dias de idade. Portanto, os três manejos pós-parto das vacas e as duas idades de desmame dos bezerros avaliados não influenciaram o desenvolvimento dos bezerros a um ano de idade.The effects on the performance of calves submitted to: a three treatments, consisted of post-partum stocking rates (CA of 240 kg of live weight (LW/ha (treatment 1, T1, of 320 kg of LW/ha (T2, both on natural pastures, and of 400 kg of LW/ha on improved pasture of Italian ryegrass (Lolium multiflorum L. during the first 80 days post-partum, and after on natural pasture at the same stocking rate as T2 afterwards (T3; b two weaning ages, consisted of

  17. Consumo alimentar na gestação e no pós-parto segundo cor da pele no município do Rio de Janeiro Food intake during pregnancy and postpartum according to skin color in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Maria de Aquino Lacerda

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar durante a gestação e pós-parto, segundo cor da pele. MÉTODOS: Estudo longitudinal prospectivo que incluiu 467 mulheres entre 15 e 45 anos no período pós-parto, no município do Rio de Janeiro, entre 1999 e 2001. Foi aplicado um questionário de freqüência de consumo de alimentos aos 15 dias pós-parto (consumo referente ao período da gestação e aos seis meses (consumo referente ao período pós-parto. Foi utilizada análise de covariância para analisar diferenças no consumo alimentar, segundo cor da pele, controlada pela escolaridade. RESULTADOS: Durante a gestação, pretas e pardas apresentaram consumo de energia 13,4% e 9,1% (p=0,009 e p=0,028 e consumo de carboidrato 15,1% e 10,5% maior que brancas (p=0,005 e p=0,014, respectivamente. Mulheres pretas e brancas apresentaram consumo energético 34% e 20% acima das recomendações nutricionais, respectivamente (p=0,035. Durante o período pós-parto, as pretas apresentaram consumo de energia 7,7% maior e consumo de lipídios 14,8% maior que as brancas; consumo de ácidos graxos saturados 23,8% maior que brancas (p=0,003 e 13% maior que pardas (p=0,046. A adequação de consumo de lipídios e ácidos graxos saturados foi maior em pretas que em brancas (p=0,024 e p=0,011, respectivamente. CONCLUSÕES: Os resultados mostram ser necessário revisar estratégias de intervenção nutricional no pré-natal e implementar assistência nutricional no pós-parto, para ajustar o consumo alimentar a níveis adequados, considerando as diferenças por cor/raça identificadas.OBJECTIVE: To assess dietary intake during pregnancy and postpartum according to skin color. METHODS: A longitudinal prospective study was carried out comprising 467 postpartum women aged between 15-45 years in the city of Rio de Janeiro, Southeastern Brazil, in 1999-2001. A food frequency questionnaire was administered at two weeks postpartum (intake covering the pregnancy period and at

  18. Importancia cuantificada de los síntomas sutiles de amenaza de parto pretérmino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernesto Rosell Juarte

    2000-06-01

    Full Text Available Se realizó un estudio de casos y controles, para valorar la importancia cuantificada de los síntomas sutiles de amenaza de parto pretérmino desde octubre de 1993 hasta abril de 1997 en 9 municipios de la provincia Camagüey. Fueron estudiados 364 casos y 654 controles a partir de los registros oficiales de atención perinatal, complementados con una encuesta. Para el procesamiento de los datos se utilizaron métodos univariados, bivariados y el multivariado de regresión logística. La presencia de los síntomas sutiles fueron: incremento o cambios en las pérdidas vaginales, dolor o presión lumbar en las caderas, dolor abdominal bajo, las contracciones uterinas y los retortijones abdominales. Todos estuvieron asociados al nacimiento pretérmino en ese orden, y fueron las contracciones uterinas las que ocuparon el cuarto lugar en importanciaA case-control study was conducted to assess the quantitated importance of the subtle symptoms of threatened preterm delivery from October, 1993, to April, 1997, in 9 municipalities of the province of Camagüey. 364 cases and 654 controls were studied based on the official registries of perinatal care complemented with a survey. Univariate and bivariate methods and the multivariate of logistic regression were used to process the data. The presence of the subtle symptoms was characterized by: increase or changes in the vaginal losses, lumbar pain or pressure in the hips, low abdominal pain, uterine contractions and abdominal gripes. All of them were associated with preterm birth in that order. Uterine contractions were in the fourth place in importance

  19. Assistência pré-natal da casa de parto do Rio de Janeiro: a visão de suas usuárias Atención prenatal de la casa del parto de Río de Janeiro: la visión de sus usuarios Prenatal care of the birth center of Rio de Janeiro: the vision of its users

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Lins Seibert

    2008-12-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa quantitativa que teve como objetivo analisar a assistência pré-natal oferecida pela Casa de Parto David Capistrano Filho (RJ sob a ótica de suas usuárias e baseou-se no conceito de Humanização do Parto e Nascimento. Para tanto, foram convidadas a responder o questionário todas as puérperas que tiveram seus partos entre os meses de maio e setembro de 2005. Os resultados obtidos nos informam que esta maneira diferenciada de assistência vem sendo bem aceita pela população assistida, além de oferecer os serviços e cuidados preconizados pelo Ministério da Saúde, seguindo as normas da Organização Mundial de Saúde de atenção segura e efetiva à gestação e parto de baixo risco.Se trata de una investigación cuantitativa que tiene como objetivo analizar la asistencia prenatal ofrecida por la casa del parto David Capistrano Filho (RJ bajo óptica de sus usuarios y basado en el concepto de la humanización del parto y del nacimiento. Para esto, fueron invitadas para contestar un cuestionario las mujeres que tuvieron sus partos entre los meses de mayo y septiembre de 2005. Los resultados obtenidos reflejan que que esta forma especializada de asistencia cuenta con cada vez mayor aceptación por la población atendida. Por otro lado, , además del ofrecimiento a los servicios y a los cuidados, elogiados por el Ministerio de de la salud bajo las normas de la Organización Mundial de la Salud de el rubro de atención segura para garantir la gestación y parto del riesgo bajo.The present study discusses the results of a quantitative research with the objective to analyze the prenatal care offered by the Casa de Parto David Capistrano Filho (RJ (Birth Center focusing on its users, based on the concept of Humanization of the Childbirth and Birth. For this purpouse , the women that gave birth between May and September of 2005 were invited to answer a questionnaire. The results obtained indicate a good acceptance by the

  20. La condición materna y el ejercicio en la gestación favorecen el bienestar del hijo y el parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DORA PATRICIA SUÁREZ LEAL

    2008-12-01

    Full Text Available El estudio tuvo como objetivo descubrir el significado del ejercicio físico en la etapa prenatal a partir de las creencias y prácticas que tienen las gestantes del programa de control prenatal de la ESE Hospital San Rafael de Girardot. El diseño fue cualitativo, de tipo etnográfico, basado en la etnoenfermería de la teoría transcultural de Leininger. Se utilizó la entrevista etnográfica y el análisis etnográfico de Spradley; se realizaron en promedio tres entrevistas con cada una de las 8 informantes, hasta que hubo saturación de la información recibida. La muestra estuvo representada por la calidad de información brindada. A partir del análisis a profundidad se construyeron tres dominios y taxonomías: 1. Condición materna, 2. Condiciones del hijo por nacer, 3. El parto. El estudio reveló que el ejercicio físico es una forma como las mujeres gestantes se preparan para el parto; estas mujeres tienen diversas prácticas y creencias sobre el ejercicio físico prenatal, influenciadas por su contexto cultural, y le asignan al ejercicio un significado propio. Para las gestantes el ejercicio físico es cualquier actividad que se realice a diario, incluyendo los quehaceres del hogar y el caminar. Es por medio del ejercicio que preparan el cuerpo para el parto. Se mostró que ellas tienen formas diferentes de interpretar y de practicar el ejercicio físico durante el embarazo y que es necesario que el profesional de la salud no lo desconozca para lograr brindar un cuidado congruente con la cultura de las mujeres gestantes.

  1. Evolución de la Calcemia y de los Marcadores de Remodelamiento Óseo durante la Gestación, el Parto y el Postparto Normales.

    OpenAIRE

    Toro Salas, Antonio de

    2016-01-01

    La consecuencia final de la gestación, el parto y el puerperio sobre la masa ósea maternas, no ha sido bien definida, a pesar de las numerosas investigaciones realizadas sobre el tema. Se han realizado estudios sobre la evolución gestacional de los marcadores bioquímicos de remodelamiento ósea, del calcio, y de las hormonas calciotrópicas, que han ido evolucionando en el diseño, en las técnicas, y en los marcadores utilizados. Han apar...

  2. PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS BRASILEIRAS DE ENFERMEIRAS OBSTÉTRICAS SOBRE PARTO DOMICILIAR: REVISÃO SISTEMÁTICA DE LITERATURA

    OpenAIRE

    Iara Simoni Silveira Feyer; Marisa Monticelli; Cilene Volkmer; Renata Angeloni Burigo

    2013-01-01

    Este estudio de revisión, fue realizado en revistas nacionales, destinado a caracterizar la producción científica de las enfermeras brasileñas sobre el parto domiciliar, e identificar los resultados obtenidos. Se identificaron 27 artículos, de los cuales 10 cumplieron con los criterios de inclusión y exclusión, de los cuales, ocho constituyeron el corpus del análisis, de acuerdo con Critical Appraisal Skills Programme. Los datos fueron resumidos por el enfoque meta-etnográfico, a través del p...

  3. Estimativas de herdabilidade para idade ao primeiro parto de novilhas da raça Nelore Heritability estimates for age at first calving in Nelore cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laila Talarico Dias

    2004-02-01

    Full Text Available Estimaram-se parâmetros genéticos para idade ao primeiro parto (IPP de, aproximadamente, 6.000 novilhas, utilizando-se três diferentes definições de grupo contemporâneo (GC. Foram considerados no modelo o efeito aleatório de animal e os efeitos fixos de GC, além dos efeitos linear e quadrático da idade da mãe da novilha ao parto (IDV. A primeira definição de grupo contemporâneo (GC1 considerou as variáveis fazenda, ano, estação de nascimento, grupo de manejo de nascimento, desmama e sobreano e tipo de serviço (monta natural, monta controlada ou inseminação artificial. A segunda definição de grupo contemporâneo (GC2 incluiu as mesmas variáveis de GC1, além de ano e estação do parto. A terceira definição de grupo contemporâneo considerou as variáveis ano e estação de nascimento, fazenda, ano e estação do parto e tipo de cobertura. As estimativas de herdabilidade para IPP foram de 0,16 ± 0,03, 0,09 ± 0,03 e 0,11 ± 0,02, considerando-se GC1, GC2 e GC3, respectivamente.Genetic parameters were estimated for, approximately, 6,000 records of age at first calving (IPP in Nelore cattle using three different definitions for contemporary group. The univariate analysis considered as fixed effect: contemporary group (GC and linear and quadratic effects of dam age (IDV. First contemporary group (GC1 was defined by farm, year and season at birth, management group at birth, weaning and yearling and mating type. Second contemporary group (GC2 included the same variables of GC1 and year and season at calving. Third contemporary group (GC3 was determined by year and season of birth, farm, year and season of calving and mating type. The heritability estimates for IPP were 0.16 ± 0.03, 0.09 ± 0.03 e 0.11 ± 0.02, respectively, to GC1, GC2 and GC3.

  4. Fat supplementation ("Flushing" on the postpartum beef cows submitted to early weaning: performance Suplementação com gordura ("Flushing" para vacas de corte no pós-parto submetidas ao desmame precoce: desempenho animal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Moletta

    2008-06-01

    pós-parto não resultou em ganhos de peso vivo.

  5. Aspectos da satisfação das mulheres com a assistência ao parto: contribuição para o debate Aspects of women's satisfaction with childbirth care in a maternity hospital in Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Soares Madeira Domingues

    2004-01-01

    Full Text Available Este estudo tem por objetivo analisar os fatores que estiveram associados à satisfação das mulheres com a assistência ao parto normal na Maternidade Leila Diniz. Realizou-se um estudo com desenho transversal por meio de entrevista com puérperas de parto vaginal internadas no período de 1º a 30 de março de 1999. Para averiguar o grau de satisfação, foram utilizadas: (a uma escala para avaliação global do parto; (b a descrição das razões alegadas pelas mulheres para essa avaliação e (c análise de fatores associados à satisfação com o parto. O Qui-quadrado para teste de tendência, com nível de significância de 5%, foi utilizado para a análise dos resultados. Encontrou-se uma elevada satisfação com o parto (67%, sendo os principais determinantes da satisfação a rapidez do parto, o bom tratamento da equipe, o pouco sofrimento, o bom estado da mãe e do bebê, bem como a presença do acompanhante familiar. Verificou-se também associação dessa satisfação com a informação fornecida durante a assistência ao trabalho de parto e ao parto, e com a percepção positiva dos profissionais que forneceram essa assistência.The objective of this study was to evaluate factors associated with women's satisfaction with vaginal delivery at the Leila Diniz Maternity Hospital in Rio de Janeiro, Brazil. A cross-sectional study was conducted from March 1 to 30, 1999, using interviews with women who had undergone vaginal delivery. In order to analyze women's satisfaction, the following were used: (a a scale to evaluate overall satisfaction with the birthing process; (b description of the woman's reasons for this evaluation; and (c analysis of factors associated with the evaluation of childbirth satisfaction. Chi-square for trend with a 5% significance level was used to analyze the results. The results of the study showed high satisfaction with childbirth care (67%, determined mainly by short labor time, good treatment by staff, low

  6. Uso de prácticas clínicas durante el embarazo, parto, puerperio y recién nacido, en hospitales públicos de Manizales - Colombia, 2005

    OpenAIRE

    Arango, Fernando; Gómez, Joaquín Guillermo; Zuleta, John Jairo

    2005-01-01

    Se evaluó la frecuencia de uso de prácticas comprobadas científicamente como beneficiosas, inefectivas o perjudiciales, en el cuidado del embarazo, trabajo de parto, parto, puerperio y periodo neonatal, en tres centros públicos de atención en salud de la ciudad de Manizales. Algunas prácticas clínicas que se han demostrado benéficas, aún no se han implementado o no se utilizan en forma rutinaria; tal es el caso del uso del carné materno perinatal, eltamizaje para sífilis durante la gestación,...

  7. Rituais de cuidado realizados pelas famílias na preparação para a vivência do parto domiciliar planejado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iara Simoni Silveira Feyer

    2013-12-01

    Full Text Available Esta pesquisa etnográfica objetivou compreender os rituais de cuidado realizados por famílias, durante a preparação para a vivência de parto domiciliar planejado. Participaram 25 famílias, no período de setembro de 2010 a abril de 2011. As técnicas de coleta de dados foram a observação participante e a entrevista. Mediante processos de apreensão, síntese, teorização e recontextualização, emergiram duas categorias: A casa para nascer e Preparando a chegada do bebê. O parto domiciliar é uma experiência construída no âmbito do casal grávido. A casa é concebida pelas famílias como um local sagrado para a vivência de uma experiência que agregue valores existenciais ao ato fisiológico do nascimento. Compreender esses rituais contribui para o oferecimento de cuidado de enfermagem culturalmente congruente.

  8. Modalidades terapéuticas en la fase latente prolongada del trabajo de parto Therapeutic modalities in the prolonged latent phase of labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Nápoles Méndez

    2012-05-01

    Full Text Available En el trabajo de parto, la distocia de fase latente constituye una entidad clínica relacionada con el aumento de la morbilidad y mortalidad materna y perinatal. En este artículo se exponen las modalidades de tratamiento para el trastorno de esta fase del trabajo de parto, a fin de que los obstetras posean alternativas terapéuticas que posibiliten una mayor preparación en la toma de decisiones. Asimismo, se describen tanto las formas de terapia conservadora (reposo terapéutico, como las de la activa. Se concluye que el tratamiento activo no invasivo de base etiológica con misoprostol y la terapia activa con oxitocina y rotura artificial de membranas tardía, son modalidades empleadas en obstetricia con resultados satisfactorios.Dystocia of latent phase constitutes a clinical entity related to the increase of maternal and perinatal morbidity and mortality during labor. The treatment modalities for the disorder of this phase of labor are exposed in this work, so that the obstetricians have therapeutic alternatives which facilitate a greater preparation in the decision-making process. The ways for conservative therapy (therapeutic rest and active therapy are also described. It is concluded that the non-invasive active treatment of etiological basis with misoprostol and the active therapy with oxytocin and late artificial rupture of membranes are the modalities used in obstetrics with satisfactory results.

  9. Estratégias de luta das enfermeiras da Maternidade Leila Diniz para implantação de um modelo humanizado de assistência ao parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo José Oliveira Mouta

    2009-01-01

    Full Text Available Es una investigación cualitativa con abordaje socio-histórico, cuyo objetivo fue identificar las estrategias de la lucha simbólica de las enfermeras de la Maternidad Leila Diniz para la aplicación de un modelo de atención al parto humanizado y analizar los efectos de esa lucha. Se usaron como fuentes primarias los documentos escritos y testimonios orales obtenidos por entrevistas semiestructuradas con los jefes de enfermería y las enfermeras. Las etapas del análisis son: ordenación, clasificación y triangulación de los datos. Se usaron los conceptos de campo, habitus, poder simbólico, y capital, según Pierre Bourdieu. Las estrategias encontradas son las siguientes: la búsqueda de especialización, la implantación del Proyecto de Asistencia al Parto por las Enfermeras Obstétricas, la divulgación de ese capital en el contexto científico, la participación de las enfermeras en el grupo de embarazadas. Se concluye que las estrategias de lucha desarrolladas por esos agentes contribuyen para que las enfermeras obstétricas conquisten una posición jerárquica para el desarrollo de las prácticas obstétricas según el modelo humanizado.

  10. Parto traumático e transtorno de estresse pós-traumático: revisão da literatura Traumatic birth and posttraumatic stress disorder: a review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Fonseca Zambaldi

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Esta revisão da literatura tem como objetivo verificar a prevalência e os fatores de risco do parto traumático e do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT relacionado com o parto. MÉTODOS: Foi realizada uma pesquisa nos bancos de dados PubMed e BIREME, com as expressões "traumatic birth", "traumatic delivery", "postpartum posttraumatic stress disorder", "childbirth", "stress disorder" e avaliados estudos de 1994 a 2009. RESULTADOS: Três estudos qualitativos e quatro quantitativos sobre o parto traumático mostram que sua prevalência varia de 21,4% a 34% e que a mulher apresenta, durante o trabalho de parto ou o parto, medo intenso de sua morte ou do bebê, além de impotência, desamparo e horror. O parto traumático está relacionado a partos dolorosos, com procedimentos obstétricos de urgência e com assistência inadequada da equipe de saúde. Quanto ao TEPT relacionado com o parto, foram encontrados um estudo qualitativo e doze quantitativos e sua prevalência variou de 1,3% a 5,9%. Mulheres que apresentaram sintomas dissociativos ou emoções negativas no parto, que tiveram eventos traumáticos prévios, depressão na gestação e que tiveram pouco suporte social e pouco apoio da equipe de saúde são as mais vulneráveis para TEPT pós-parto. CONCLUSÃO: O parto traumático, apesar de pouco conhecido, não é um evento raro e traz consequências negativas para a vida da mulher, podendo inclusive ser sucedido de TEPT. A equipe de saúde que assiste mulheres no periparto deve estar preparada para prevenir e identificar esses casos.OBJECTIVE: The objective of this review was to examine the prevalence and risk factors of traumatic birth and childbirth-related posttraumatic stress disorder. METHODS: A literature search was carried out on the PubMed and BIREME databases using the search strings "traumatic birth", "traumatic delivery", "postpartum posttraumatic stress disorder", "childbirth" and "stress disorder". The

  11. Características reprodutivas da paca fêmea (Agouti paca criada em cativeiro Reprodutive characteristics of the female paca (Agouti paca raised in captivity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diva Anelie de Araújo Guimarães

    2008-01-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi estudar a biologia reprodutiva da Agouti paca criada em cativeiro. Os resultados demonstraram que, a duração média do ciclo estral foi de 32,5 + 3,7 dias e o período gestacional de 148,6 + 4,8 dias. O intervalo entre partos foi de 224,5 + 52,2 dias e o primeiro cio pós-parto foi de 25,6 + 8,8 dias. A maioria (55,6 % das fêmeas apresentou dois partos por ano, com o nascimento de um filhote por parto, sendo 44,7 % fêmeas e 55,3 % machos. Ao nascer o peso médio das fêmeas foi de 605,9 + 87,5 g e dos machos 736,7 + 108,4 g (P The objective of this paper was to study the reproductive biology of the Agouti paca raised in captivity. It was observed that the estrous cycle average was 32.5 + 3.7 days, gestation length 148.6 + 4.8 days, parturition interval 224.5 + 52.2 days, and the first post-partum 25.6 + 8.8 days. It was also observed that 55.5% of the females presented two parturitions per year with one young per parturition, of which 44.7% were females and 55.3% were males. The birth weight was 605.9 + 87.8 g for females and 736.7 + 108.4 g for males (P<0.05. Puberty in females occurred between 8 to 12 months; for this, however, more detailed investigations are necessary.

  12. Impacto da orientação para a prática regular de atividade física dois anos após o parto Impact of guidance on the practice of regular physical activity two years after giving birth

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Cristina Scarpa

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar as modificações na prática de atividade física (AF e as barreiras para adoção de um estilo de vida saudável em mulheres que receberam orientações nutricionais e de AF durante a gestação e no primeiro ano após o parto. MÉTODOS: estudo de coorte com 57 mulheres (Grupo Controle = 29 e Grupo Intervenção = 28, e idade média igual a 28 (±6 anos. As informações foram obtidas através de entrevistas em visita domiciliar (durante a intervenção e inquérito telefônico (um ano após o término da intervenção, utilizou-se questionário de AF. Para análise das barreiras foi realizada uma entrevista semiestruturada com questões abertas, as quais foram codificadas e agrupadas para análise dos dados. Foram realizados testes de qui-quadrado, Mann-Whitney U e Friedman. RESULTADOS: aos seis meses, apenas 30% das mulheres do grupo Intervenção realizavam AF no lazer pelo menos 120 minutos por semana, contra 10% do grupo Controle, reduzindo para 18% e 4%, respectivamente, dois anos após o parto. As principais barreiras à prática de AF regular foram: falta de tempo (44%, cuidado com os filhos (37%, trabalho (21%, afazeres domésticos (21% e comodismo (26%. CONCLUSÕES: futuros programas devem priorizar a aquisição de conhecimento, visando à adoção de um estilo de vida ativo no pós-parto, considerando as barreiras maternas.OBJECTIVES: to evaluate changes in the practice of physical activity (PA and the barriers to adopting a healthy lifestyle among women who have received guidance on nutrition and PA during pregnancy and in the first year after giving birth. METHODS: cohort study with 57 women (Control Group = 29 and Intervention Group = 28, and mean age 28 (±6 years. The information was obtained through home visit interviews (during intervention and telephone interviews (one year after the end of intervention, using the PA questionnaire. To analyze the barriers a semi-structured interview with open questions

  13. Prolapso vaginal e uterino em ovelhas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maíra Bianchi R. Alves

    2013-02-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou realizar um estudo retrospectivo sobre os prolapsos vaginal e uterino em ovelhas atendidas no Serviço de Clínica de Bovinos e Pequenos Ruminantes (CBPR da FMVZ/USP no período compreendido entre 2000 a 2010, no qual, foram atendidas 56 ovinos com problemas inerentes ao sistema reprodutivo, dessas, 25 apresentaram prolapso vaginal ou uterino (44,6%. O prolapso vaginal total foi o de maior frequência (72%. As ovelhas acometidas, em sua maioria, possuíam idade superior a quatro anos (64%, eram sem raça definida (44% ou da raça Ile de France (40%. As manifestações clínicas observadas durante a maioria dos atendimentos foram: taquipnéia, taquicardia, mucosas oculares avermelhadas indicando estado de toxemia, decúbito esternal ou lateral, apatia e anorexia. O tratamento instituído para todos os casos foi a limpeza, desinfecção e reintrodução do órgão prolapsado. A sutura de Bühner foi feita em 84% dos casos e a histeropexia em um caso (4%. A evolução foi satisfatória em 80% dos casos atendidos, nos demais casos (20% observou-se óbito da fêmea acometida. Do total de óbitos, os prolapsos vaginais foram responsáveis por 60% (3/5 e os prolapsos uterinos por 40% (2/5. A etiologia dos prolapsos não foi definida nos casos atendidos, sendo esses associados com o período pós-parto em sua maioria (56%, provavelmente associados com quadros de hipocalcemia, altas concentrações séricas de estrógeno e hipertonia uterina. Além disso, a predisposição genética não pode ser descartada.

  14. Excreção urinária de iodo em lactentes segundo as características pós parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Livia Fernandes de LIMA

    2013-12-01

    Full Text Available To evaluate the concentration of iodine in the urine of infants (ioduria and its possible relation to the postpartum characteristics of the newborn infant, and to assess the concentration of iodine in table salt, since this is the food with the highest content of this micronutrient ingested by the population, Methods: 32 infants under 6 months of age participated, The analysis of iodine in urine was based on the Sandell-Kolthoff reaction (1937 and that in salt on the titration method recommended by the National Health Foundation (Funasa, Postpartum infant characteristics were collected by means of a questionnaire answered by the nursing mothers, A descriptive statistical analysis was carried out, To compare the average ioduria of the infants in terms of the variables: type of delivery, breastfeeding, pregnancy and use of supplement, the Student t-test was applied, Associations of interest were examined by Fisher's exact test, The criterion of significance was p0.05, Results: The mean height and weight of the infants at birth were 47.5 cm and 3.2 kg, respectively, Most infants received exclusive breastfeeding, took no supplement, were born at term and by cesarean section, The median urinary iodine found in the infants was 190.78 mg /L and the average concentration of iodine in the salt was 75.59 mg I /kg salt, There was no correlation between the iodine content in salt and ioduria in infants, Conclusion: The median urinary iodine was found to be adequate, but the concentration of iodine in salt was excessive, There were no significant relationships between the postpartum characteristics of the infant and urinary iodine.

  15. Excreção urinária de iodo em lactentes segundo as características pós parto

    OpenAIRE

    Livia Fernandes de LIMA; Anderson Marliere NAVARRO

    2013-01-01

    To evaluate the concentration of iodine in the urine of infants (ioduria) and its possible relation to the postpartum characteristics of the newborn infant, and to assess the concentration of iodine in table salt, since this is the food with the highest content of this micronutrient ingested by the population, Methods: 32 infants under 6 months of age participated, The analysis of iodine in urine was based on the Sandell-Kolthoff reaction (1937) and that in salt on the...

  16. Heterose em suínos na fase de aleitamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Bento Sterman Ferraz

    1991-12-01

    Full Text Available Visando avaliar o ganho de produtividade, advindo da heterose, no peso de suínos em fase de aleitamento, analisaram-se os pesos ao nascimento(PO, 21 dias de idade (P21 e desmama (PD de 746leitões, sendo 201 da raça Landrace, 136 Wessex-Saddleback e 409 mestiços, pelo método dos quadrados mínimos, considerando-se, ainda, os efeitos fixos de época e ano de nascimento, ordem do parto, sexo do leitão e tamanho da leitegada, além de raças paterna e materna e suas interações. Os efeitos não genéticos tiveram influência significativa em quase todas as características. Os mestiços mostraram, em geral, pesos superiores aos puros, com estimativas de heterose de 2,6% para PO, 9,7% para P21 e 13,9% para PD, indicando a importância da herança não aditiva à medida que os leitões ficam menos dependentes de suas mães. Os efeitos de interação entre as raças paterna e materna foram cada vez maiores com o avançar da idade. Os resultados indicam haver ganho de produtividade coma utilização deste tipo de cruzamento.

  17. Atividade ovariana de vacas leiteiras em dietas com propilenoglicol ou monensina no período de transição Ovarian activity of dairy cows receiving diets with propylene glycol or monensin during the transition period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A.T. Artunduaga

    2008-04-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito da adição de propilenoglicol ou de monensina na dieta de vacas leiteiras no período de transição sobre o retorno à atividade ovariana cíclica. Foram utilizadas 42 vacas pluríparas, da raça Holandesa, com produção de leite semelhante na lactação anterior (média de 8.000kg. Os animais, distribuídos em um delineamento inteiramente ao acaso, foram divididos em grupos que receberam dieta-controle e dietas acrescidas com 300ml de propilenoglicol ou 30ppm da matéria seca da dieta/dia de monensina. Avaliaram-se os ovários, por ultra-sonografia, entre os dias quatro e 46 pós-parto, e a concentração plasmática de progesterona, nos dias 10, 20, 25, 30, 35, 40 e 45 pós-parto. A adição de propilenoglicol mostrou-se eficiente em acelerar o retorno à ciclicidade após o parto. Os animais dos grupos que receberam propilenoglicol só no pré-parto, ou no pós-parto e no período de transição apresentaram intervalos parto-primeira ovulação de 29,0, 44,0 e 27,2 dias, respectivamente. Os intervalos parto-concepção para esses mesmos grupos foram de 98,3, 90,8, e 100,0 dias. A adição de monensina não se mostrou eficiente em acelerar o retorno à atividade ovariana cíclica após o parto. As vacas dos grupos que receberam monensina só no pré-parto, ou pós-parto, ou no período de transição apresentaram intervalos parto-primeira ovulação de 43,6, 39,3 e 42,8 dias, respectivamente. Os intervalos parto-concepção para os grupos pré e pós parto foram de 173,2, e 126,1 dias, respectivamente.The influence of the addition of propylene glycol or monensin to diets of dairy cows during the transition period on return to ovarian cyclicity was evaluated. Forty two multiparous Holstein cows with an average milk production of 8,000kg were distributed in a split-plot design and were divided into groups receiving either control diets or diets increased with 30ppm of monensin or 300ml of propylene glycol during the

  18. Gastrointestinal parasites occurrence in dairy cows kept in organic and conventional production systemOcorrência de parasitas gastrintestinais em vacas leiteiras mantidas em sistema orgânico e convencional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jenevaldo Barbosa da Silva

    2012-12-01

    Full Text Available The main aim of this study was to determine the effects of pregnancy, calving, lactation, lactation number and seasons on the population of gastrointestinal helminths in dairy cows kept in organic and conventional production system. Between January 2007 and December 2009, coproparasitologic exams were performed using 72 and 43cows kept in conventional and organic system, respectively. The data was submitted to analysis of variance and Student and Tukey test, both at 5% of significance level. There was no difference (p > 0.05 between faecal egg count (FEC of organic and conventional animals. The mean FEC during calving and lactation was higher (p O objetivo do estudo foi determinar os efeitos da gestação, parto, lactação, número de lactações e estação do ano sobre as populações de helmintos gastrintestinais em vacas leiteiras mantidas em sistema de manejo orgânico ou convencional. Entre janeiro de 2007 e dezembro de 2009 foram realizados exames coproparasitologicos de 72 vacas criadas em sistema convencional e 43 em sistema orgânico. Os dados foram submetidos a analise de variância e aos testes Student e Tukey a 5% de significância. Não foi observada diferença (p > 0,05 entre a contagem de ovos nas fezes (OPG dos animais orgânicos e convencionais. A média do OPG durante o parto e lactação foi maior (p <0 ,05 do que na gestação. Não foi observada influência da estação do ano sobre o OPG nos animais criados no sistema convencional, no entanto os animais do sistema orgânico foram mais parasitados (p <0 ,05 durante o período chuvoso. Em ambos os sistemas de produção os animais primíparos apresentaram OPG maior (p < 0,05 do que os animais pluríparos. Vacas de leite mantidas em sistema orgânico ou convencional foram igualmente vulneráveis a helmintoses subclínicas, sendo a ordem de parto um fator de risco nos dois sistemas.

  19. Avaliação da efetividade de métodos não farmacológicos no alívio da dor do parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samara Maria Borges Osório

    2014-01-01

    Full Text Available Revisión sistemática con objetivo de evaluar la efectividad de métodos no farmacológicos en el alivio del dolor en el trabajo de parto. La búsqueda de las publicaciones ocurrió en BDENF, Pubmed, LILACS e Cochrane Library, con selección de 2007 a 2012. Se analizaron siete estudios que evaluaron los métodos no farmacológicos y que cumplieron los criterios de elegibilidad. El masaje, la aromaterapia, el baño de inmersión, la acupuntura y la acupresión son métodos eficaces para aliviar el dolor en el trabajo de parto, ya que además de reducir la percepción del dolor, aún reducen los niveles de ansiedad y estrés. Entre éstos lo de mayor eficacia fue el masaje, principalmente cuando aplicada en la primera etapa del trabajo de parto. Además, las intervenciones no interfieren en el tipo y en la duración del trabajo de parto, señalándose seguras a la práctica clínica.

  20. Anestesia venosa total para laringectomia parcial em paciente na 28ª semana de gestação: relato de caso

    OpenAIRE

    Costa, José; Mendes, Dalva Maria Carvalho; Lobo, José Eduardo de Oliveira; Furuguem, Adriana Barrozo Ribeiro; Santos, Gabriel Gilberto

    2005-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Uma anestesia para paciente gestante constitui um desafio ao anestesiologista em virtude dos riscos para a mãe e para o feto. São muitas as complicações descritas pela literatura como malformações fetais, parto prematuro, instabilidade hemodinâmica materna e até morte fetal. O objetivo deste caso é mostrar uma paciente gestante de 28 semanas, submetida a laringectomia parcial sob anestesia geral venosa total com propofol, remifentanil e cisatracúrio. RELATO DO CASO:...

  1. O processo de parto e nascimento: visão das mulheres que posuem convênio saúde na perspectiva da fenomenologia social El proceso del parto y nacimiento: visión de las mujeres con convenio salud en la perspectiva de la fenomenología social The process of labor and birth: a view from woman who have private healthcare plans in a social phenomenology perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Aparecida Barbosa Merighi

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo objetivou compreender o processo de parto e nascimento na perspectiva das mulheres que possuem convênio saúde. MÉTODOS: A partir das questões norteadoras: Como foi o processo de parto? Fale-me da assistência que recebeu. Foi como esperava?, analisou-se os dados segundo o referencial da Fenomenologia Social. RESULTADOS: Os resultados mostraram que essas mulheres puderam opinar sobre o tipo de parto, contar com a presença do marido na sala de parto e confiar no profissional que a assistiram. Para essas mulheres a experiência foi maravilhosa e gratificante. CONCLUSÕES: A vivência do processo de parto e nascimento, na perspectiva das mulheres que possuem convênio saúde difere dos sentimentos vivenciados pelas mulheres que não têm acesso a este tipo de atendimento. No entanto, independente do plano de saúde, não se pode negligenciar nem os direitos das usuárias, nem os deveres de uma assistência digna, que possa viabilizar o atendimento humanizado.OBJETIVO: En este estudio se tuvo como objetivo comprender el proceso del parto y nacimiento en la perspectiva de las mujeres con convenio salud. MÉTODOS: A partir de las preguntas norteadoras, ¿como fue el proceso del parto? Hábleme de la asistencia que recibió. Fue como esperaba?, se analizó los datos según el referencial de la Fenomenología Social. Resultados: Los resultados mostraron que esas mujeres pudieron opinar sobre el tipo de parto, contar con la presencia del marido en la sala de parto y confiar en el profesional que la asistieron. Para esas mujeres la experiencia fue maravillosa y gratificante. CONCLUSIONES: La vivencia del proceso del parto y nacimiento, en la perspectiva de las mujeres con convenio salud difiere de los sentimientos vivenciados por las mujeres que no tienen acceso a este tipo de atención. Entre tanto, independiente del plan de salud, no se puede negligenciar ni los derechos de las usuarias, ni los deberes de una asistencia digna

  2. A prática do parto humanizado no SUS: estudo comparativo - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v28i1.1108 The practice of humanized delivery in the Brazilian Health System (SUS: a comparative study - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v28i1.1108

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Terezinha Martins Ribeiro

    2006-03-01

    Full Text Available O presente estudo descritivo foi realizado em maternidades que prestam atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS, nas cidades de Guarapuava e Londrina, Estado do Paraná. Dentro do programa de Humanização implantado na Maternidade de Londrina pretendeu-se analisar o atendimento a parturiente quanto à humanização ao parto comparando com a realidade de dois hospitais de Guarapuava onde não existe o programa implantado e assim verificar se os direitos destas parturientes quanto à humanização estão sendo respeitados. Foi aplicado um questionário a 40 primíparas no puerpério imediato com perguntas semi-estruturadas. Ao comparar duas realidades diferentes, concluiu-se que alguns dos direitos das parturientes preconizados pela OMS não estavam sendo respeitados, especialmente onde não havia a implantação do parto humanizado, pois não era permitida a entrada de acompanhante e nem utilizadas técnicas de relaxamento para a parturiente, evidenciando assim que algumas instituições necessitam intensificar esses cuidados para melhorar a qualidade do atendimento prestadoThis descriptive study was conducted in maternities assisted by the Brazilian Health System (SUS, in the cities of Guarapuava and Londrina, State of Paraná. In the program implanted in Londrina, the aim was to analyze the assistance to the parturient regarding humanization to the child delivery. This context was then compared with the reality in the maternities of two hospitals in Guarapuava, where these practices are not applied. The comparison intended to verify if the rights of these women to humanized delivery are being respected. A half-structured questionnaire was applied to forty women in labor. While comparing these two different realities, it was observed that a few of these rights, advocated by the OMS, were not being respected, especially where the humanization delivery was not a practice. Data revealed that the partner’s entrance was not allowed, neither

  3. Atenção em saúde reprodutiva no Brasil: eventuais diferenciais étnico-raciais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elza Berquó

    Full Text Available Resumo Este estudo teve por objetivo comparar indicadores da atenção à saúde reprodutiva das mulheres negras e brancas. São utilizadas informações obtidas no âmbito da Pesquisa Nacional de Demografia, Saúde da Criança e da Mulher (PNDS 2006. Trata-se de uma pesquisa domiciliar por amostragem probabilística complexa com representatividade nacional. Permite inferência para cinco macrorregiões, incluindo o contexto urbano e rural. Foram estudadas 14.625 mulheres brancas e negras de 15 a 49 anos de idade, que representam, respectivamente, 40% e 54% da amostra total da pesquisa. Para análise da assistência à gestação, ao parto e ao puerpério avaliaram-se as gestações dos filhos nascidos vivos nos cinco anos anteriores à entrevista segundo seis variáveis: ter feito pelo menos uma consulta de pré-natal; ter realizado no mínimo seis consultas; o tipo de parto; ter tido a dor no parto normal aliviada; ter contado com presença de acompanhante no parto e ter feito consulta no puerpério. Além da cor, constituíram-se em variáveis independentes para cada um desses desfechos: idade da mulher na data da entrevista, macrorregião de moradia, residência urbana ou rural, estar ou não casada/unida, anos de estudo, religião atual, classificação econômica (critério Brasil e posse ou não de convênio/plano de saúde. Na análise bivariada, mulheres negras, com menor escolaridade, pior classe econômica e não portadoras de plano de saúde apresentaram desfechos mais desfavoráveis. No entanto, após análise multivariada, as diferença entre brancas e negras perderam significância estatística. Desigualdades sociais e econômicas mantêm-se determinantes das iniquidades na atenção em saúde reprodutiva.

  4. Internações por complicações obstétricas na gestação e desfechos maternos e perinatais, em uma coorte de gestantes no Sistema Único de Saúde no Município de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Laisa Alves Moura

    2018-02-01

    Full Text Available A morbidade materna, a mortalidade neonatal e a mortalidade fetal são importantes indicadores da saúde materna infantil. O estudo tem por objetivo descrever desfechos maternos e perinatais (baixo peso ao nascer, prematuridade, óbito fetal e neonatal, internações pós-parto e readmissão dos recém-nascidos de uma coorte de gestantes cujos partos foram financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS no Município de São Paulo, Brasil, no segundo semestre de 2012. Foi obtida uma coorte retrospectiva de 55.404 gestantes com vinculação (determinística e probabilística das informações do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS, Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC, Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM e Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES. Internações por complicações obstétricas da gestação ocorreram em 4,3% das gestantes. Diagnósticos mais frequentes foram: infecções, doenças hipertensivas e diabetes. As internações prévias ao parto foram mais frequentes nas gestantes a partir de 35 anos, de gestações múltiplas e com baixa escolaridade. As internações das gestantes no pós-parto foram 3 vezes maior e a mortalidade materna 9 vezes maior entre as gestantes com internação prévia por complicações obstétricas. Os desfechos perinatais (mortalidade fetal e neonatal, prematuridade e baixo peso ao nascer foram 2 vezes mais frequentes entre os conceptos de gestantes com internação prévia que aquelas sem internação. Comportamento semelhante foi encontrado com relação à internação dos recém-nascidos logo após o parto e na readmissão hospitalar. Desfechos maternos e perinatais negativos foram mais frequentes em gestantes com internação prévia ao parto.

  5. Sonda de Foley cervical versus misoprostol vaginal para o preparo cervical e indução do parto: um ensaio clínico randomizado Cervical Foley catheter versus vaginal misoprostol for cervical ripening and induction of labor: a randomized clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Virginia de Oliveira e Oliveira

    2010-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a efetividade da sonda e Foley com o uso de misoprostol vaginal para o preparo cervical e indução do parto. MÉTODOS: ensaio clínico randomizado, não cego, realizado entre Janeiro de 2006 a Janeiro de 2008. Foram incluídas 160 gestantes com indicação de indução do parto, divididas em dois grupos: 80 para uso da sonda de Foley e 80 para misoprostol vaginal. Os critérios de inclusão foram: idade gestacional a partir de 37 semanas, feto único, vivo, cefálico e índice de Bishop igual ou menor que 4. Foram excluídas pacientes com cicatriz uterina, ruptura das membranas, peso fetal estimado maior que 4000 g, placenta prévia, corioamnionite e condições que impunham o término imediato da gestação. Os testes estatísticos utilizados foram Mann-Whitney, χ2 de Pearson ou exato de Fischer, sendo considerado significativo se menor que 0,005. RESULTADOS: o misoprostol desencadeou mais vezes o parto de forma espontânea (50,0 versus 15,0% para Foley pPURPOSE: to compare the effectiveness of the Foley balloon with vaginal misoprostol for cervical ripening and labor induction. METHODS: randomized clinical trial, not blind, conducted from January 2006 to January 2008. A total of 160 pregnant women with indication for induction of labor were included and divided into two groups, 80 for Foley and 80 for vaginal misoprostol. Inclusion criteria were: gestational age of 37 weeks or more, a live single fetus with cephalic presentation and a Bishop score of four or less. We excluded patients with a uterine scar, ruptured membranes, estimated fetal weight greater than 4000 g, placenta previa, chorioamnionitis and conditions that imposed the immediate termination of pregnancy. Statistical tests employed were Mann-Whitney, χ2 test or Fisher's exact test, and p value was significant if less than 0.005. RESULTS: misoprostol triggered more frequently spontaneous delivery (50.0 versus 15.0% for Foley, p<0.001 and required less use of

  6. Avaliação de fatores de ambiente e estimativas de parâmetros genéticos para a característica dias para o parto na raça Nelore Environmental effects and genetic parameters estimates for days to calving in Nelore cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Forni

    2006-08-01

    Full Text Available Dados de um rebanho comercial da raça Nelore foram analisados com os objetivos de avaliar a influência de fatores ambientais e estimar parâmetros genéticos para a característica dias para o parto (DPP. Foram utilizados modelos fixos que incluíram os efeitos de grupo de contemporâneos, sexo do bezerro, idade da vaca no início da estação de monta, mês do parto anterior e peso do bezerro desmamado no final da estação de monta (apenas este último efeito não influenciou a característica significativamente. Duas definições de grupo de contemporâneos foram consideradas: a primeira definida pelas informações fazenda, ano e estação de monta, grupos de manejo (nascimento, desmama e reprodução e tipo de serviço (monta natural, monta controlada ou inseminação artificial; e a segunda, pelas mesmas informações mais o sexo do bezerro. As análises genéticas foram realizadas com conjuntos de dados que incluíram ou não os animais sem registros de parto. Quando incluídos, o valor de DPP atribuído a esses animais foi igual ao maior valor observado dentro do grupo de manejo somado a 21 dias. Os componentes de variância foram estimados por máxima verossimilhança restrita utilizando-se modelos animal unicaracterística. A inclusão do efeito aleatório de ambiente permanente nos modelos foi avaliada mediante o "Likelihood Ratio Test". As herdabilidades estimadas variaram entre 0,01 e 0,11 e a inclusão do efeito de ambiente permanente nos modelos foi significativa, de modo que a exclusão deste efeito superestimou a variância genética aditiva. A metodologia aplicada para penalizar os animais que não pariram não melhorou a identificação das diferenças genéticas entre eles. Os resultados indicaram que, como grande parte das características reprodutivas em bovinos, a DPP sofre grande influência do ambiente.Data from a Nelore population was used to evaluate environmental effects and to estimate genetic parameters for days

  7. Vivenciando a experiência da parturição em um modelo assistencial humanizado Viviendo la experiencia de la parturición en un modelo asistencial humanizado Living the birth process in a humanized assistance model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Mandarano da Silva

    2011-02-01

    Full Text Available Tratou-se de um estudo qualitativo baseado na abordagem fenomenológica com o objetivo de compreender as experiências de puérperas que vivenciaram o trabalho de parto e o parto em um modelo assistencial humanizado. Os dados foram coletados em um hospital localizado na cidade de São Paulo, onde foram entrevistadas oito puérperas. Da análise dos dados surgiram os temas: Suportando o trabalho de parto e Tendo a oportunidade de resgatar a autonomia, e o fenômeno desvelado foi "Vivendo a ambiguidade da parturição em um modelo assistencial humanizado". Os relatos evidenciaram sentimentos como dor, medo e ansiedade, porém, possibilitou a participação e resgate da autonomia. Embora o estudo tenha sido realizado em um modelo assistencial considerado humanizado, as experiências das puérperas revelam que ainda se distanciam de uma efetiva humanização, conforme seus princípios. Este estudo pode ser utilizado para nortear ações educativas voltadas à humanização e gerar mudanças assistenciaisEste es un estudio cualitativo con abordaje fenomenológica con la finalidad de comprender las experiencias de puerperas que vivieron el trabajo de parto y el parto en la asistencia humanizada. La colecta de los dados ocurrio en un hospital en la ciudad de São Paulo, donde fuera entrevistadas ocho mujeres en el periodo post-partum. De la analisis de los dados surgieron los temas: Soportando el trabajo de parto y Tiendo la oportunidad de rescatar la autonomía, siendo desvelado lo fenómeno "Viviendo la ambigüedad de la parturición en un modelo asistencial humanizado". Los relatos evidenciaron sentimientos relacionados a dolor, miedo y ansiedad, pero, posibilitou la participación y rescate de la autonomía. Aunque el estudio tener sido realizad en la asistencia humanizada, las experiencias de las puérperas fueram distantes de los principios de la asistencia humanizada. El actual estudio puede nortear aciones educativas al parto direccionadas para

  8. Transtorno do estresse pós-traumático no puerpério em uma maternidade de alto risco fetal no Município do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Henriques

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é estimar a magnitude de transtorno do estresse pós-traumático (TEPT no puerpério em uma maternidade de referência para agravos perinatais e identificar subgrupos vulneráveis. Trata-se de um estudo transversal realizado uma maternidade de alto risco fetal no Rio de Janeiro, Brasil, com 456 mulheres que realizaram o parto na instituição. O Trauma History Questionnaire e o Post-Traumatic Stress Disorder Checklist foram utilizados para captar experiências traumáticas e sintomas de TEPT, respectivamente. A prevalência geral de TEPT foi de 9,4%. O TEPT mostrou-se mais prevalente entre mulheres com três ou mais partos, que tiveram recém-nascido com Apgar no 1º minuto menor ou igual a sete, com histórico de agravo mental antes ou durante a gravidez, com depressão pós-parto, que sofreram violência física ou psicológica perpetrada por parceiro íntimo na gravidez, que tiveram experiência sexual não desejada e que foram expostas a cinco ou mais traumas. Rápido diagnóstico e tratamento são fundamentais para melhorar a qualidade de vida da mulher e a saúde do recém-nascido.

  9. Atividade fisica em gestantes assistidas na atencao primaria a saude

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Analisar o padrão de atividade física de gestantes de baixo risco e os fatores associados. MÉTODOS Estudo transversal com 256 gestantes adultas no segundo trimestre gestacional, sorteadas dentre as assistidas pelas unidades de atenção primária à saúde do município de Botucatu, SP, em 2010. As atividades físicas foram investigadas por meio do “pregnancy physical activity questionnaire”, verificando-se tempo e intensidade de atividades ocupacionais, de deslocamento, domésticas e de lazer, expressos em equivalentes metabólicos dia. As gestantes foram classificadas segundo nível de atividade e em relação a atingir 150 min/semana de atividades físicas de lazer, variáveis dependentes do estudo. A associação entre essas variáveis e as socioeconômicas, características maternas, fatores comportamentais e modelo de atenção da unidade de saúde foi avaliada mediante modelos de regressão de Poisson com variância robusta, adotando-se modelo hierárquico. RESULTADOS A maior parte das gestantes era insuficientemente ativa (77,7%, 12,5% moderadamente ativa e 9,8% vigorosamente ativa. Os maiores gastos diários de energia foram com atividades domésticas, seguidas pelas atividades de locomoção; 10,2% atingiram a recomendação de 150 min semanais de atividades físicas de lazer. Trabalho fora de casa reduziu a chance de atingir essa recomendação (RP = 0,39, IC95% 0,16;0,93. Ter tido pelo menos um parto anterior (RP = 0,87, IC95% 0,77;0,99 e excesso ponderal pré-gestacional (RP = 0,85, IC95% 0,731;0,99 reduziram a chance de ser insuficientemente ativa, enquanto consumir menos alimentos saudáveis teve aumento discreto (RP = 1,18, IC95% 1,02;1,36. CONCLUSÕES Gestantes assistidas na atenção primária à saúde são insuficientemente ativas. Ter tido pelo menos um parto e apresentar sobrepeso pré-gestacional foram identificados como fatores protetores contra tal situação, enquanto consumo menos frequente de alimentos

  10. Evaluation of <em>HER2em> Gene Amplification in Breast Cancer Using Nuclei Microarray <em>in em>S>itu em>Hybridization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Xuefeng Zhang

    2012-05-01

    Full Text Available Fluorescence<em> em>>in situ em>hybridization (FISH assay is considered the “gold standard” in evaluating <em>HER2/neu (HER2em> gene status. However, FISH detection is costly and time consuming. Thus, we established nuclei microarray with extracted intact nuclei from paraffin embedded breast cancer tissues for FISH detection. The nuclei microarray FISH (NMFISH technology serves as a useful platform for analyzing <em>HER2em> gene/chromosome 17 centromere ratio. We examined <em>HER2em> gene status in 152 cases of invasive ductal carcinomas of the breast that were resected surgically with FISH and NMFISH. <em>HER2em> gene amplification status was classified according to the guidelines of the American Society of Clinical Oncology and College of American Pathologists (ASCO/CAP. Comparison of the cut-off values for <em>HER2em>/chromosome 17 centromere copy number ratio obtained by NMFISH and FISH showed that there was almost perfect agreement between the two methods (κ coefficient 0.920. The results of the two methods were almost consistent for the evaluation of <em>HER2em> gene counts. The present study proved that NMFISH is comparable with FISH for evaluating <em>HER2em> gene status. The use of nuclei microarray technology is highly efficient, time and reagent conserving and inexpensive.

  11. A New Natural Lactone from <em>Dimocarpus> <em>longan> Lour. Seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zhongjun Li

    2012-08-01

    Full Text Available A new natural product named longanlactone was isolated from <em>Dimocarpus> <em>longan> Lour. seeds. Its structure was determined as 3-(2-acetyl-1<em>H>-pyrrol-1-yl-5-(prop-2-yn-1-yldihydrofuran-2(3H-one by spectroscopic methods and HRESIMS.

  12. Risk factors relating to helminth infections in cows during the peripartum Fatores de risco relacionados à infecção por helmintos em vacas durante o periparto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jenevaldo Barbosa da Silva

    2012-06-01

    Full Text Available The aim of this study was to investigate whether season, lactation number, breed standard and milk production were risk factors relating to occurrences of gastrointestinal nematodes in dairy cows during the peripartum period. Eighty-four cows were randomly selected through proportional stratified sampling. In order to analyze the fecal egg per gram (EPG count, the data were subjected to the Spearman test, Kruskal-Wallis test at 5% significance and linear regression. At the time of calving, the cows showed high EPG counts in relation to all variables analyzed. Among the animals studied, we observed that purebred Holstein cows at their first lactation and with high milk production showed high EPG counts (600 and comprised the group most at risk within the herd studied. In this group, the animals showed moderate EPG during the prepartum period (300 and a significant increase (p O objetivo foi investigar a estação do ano, número de lactações, padrão racial e produção de leite como fatores de risco relacionados à ocorrência de helmintos gastrintestinais em vacas durante o periparto. Foram selecionadas randomicamente 84 vacas através de amostragem estratificada proporcional. Para análise dos resultados da contagem de ovos por grama de fezes (OPG, foram utilizados os testes de Spearman , Kruskal-Wallis a 5% de significância e regressão linear. Entre os fatores de risco avaliados, o parto esteve associado à elevada contagem de OPG em todos os grupos estudados. Por ocasião do parto, as vacas apresentaram alta contagem de OPG em relação a todas as variáveis analisadas. Dentre os animais estudados, observou-se que vacas holandesas puras de primeira lactação e de alta produção leiteira apresentaram elevada contagem de OPG (600, constituindo o grupo de maior risco dentro do rebanho estudado. Nesse grupo, observou-se que os animais apresentaram contagem de OPG moderada no pré-parto (300, com aumento significativo (p < 0.01 na contagem

  13. Reference Gene Selection in the Desert Plant <em>Eremosparton songoricuem>m>

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dao-Yuan Zhang

    2012-06-01

    Full Text Available <em>Eremosparton songoricum em>(Litv. Vass. (<em>E. songoricumem> is a rare and extremely drought-tolerant desert plant that holds promise as a model organism for the identification of genes associated with water deficit stress. Here, we cloned and evaluated the expression of eight candidate reference genes using quantitative real-time reverse transcriptase polymerase chain reactions. The expression of these candidate reference genes was analyzed in a diverse set of 20 samples including various <em>E. songoricumem> plant tissues exposed to multiple environmental stresses. GeNorm analysis indicated that expression stability varied between the reference genes in the different experimental conditions, but the two most stable reference genes were sufficient for normalization in most conditions.<em> EsEFem> and <em>Esα-TUB> were sufficient for various stress conditions, <em>EsEF> and <em>EsACT> were suitable for samples of differing germination stages, and <em>EsGAPDH>and <em>Es>UBQ em>were most stable across multiple adult tissue samples. The <em>Es18Sem> gene was unsuitable as a reference gene in our analysis. In addition, the expression level of the drought-stress related transcription factor <em>EsDREB2em>> em>verified the utility of<em> E. songoricumem> reference genes and indicated that no single gene was adequate for normalization on its own. This is the first systematic report on the selection of reference genes in <em>E. songoricumem>, and these data will facilitate future work on gene expression in this species.

  14. A influência do estado nutricional da adolescente grávida sobre o tipo de parto e o peso do recém-nascido The influence of the nutritional status of pregnant adolescents on parturition and the newborn's weight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Prestes Furlan

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar o estado nutricional das gestantes adolescentes por meio do índice de massa corpórea (IMC pré-gestacional e IMC no final da gestação e sua associação com tipo de parto e peso do recém-nascido. MÉTODOS: em estudo observacional descritivo retrospectivo foram avaliadas 558 gestantes adolescentes atendidas no ambulatório de Obstetrícia da UNIFESP-EPM, Brasil, no período de janeiro de 1998 a dezembro de 2000, e seus recém-nascidos. A amostra foi constituída por gestantes entre 10 e 19 anos completos na primeira consulta de pré-natal e foram excluídas as adolescentes com doenças preexistentes e dados incompletos no prontuário. Assim, a amostra ficou constituída por 300 adolescentes. Utilizaram-se para avaliar os resultados as variáveis qualitativas, representadas por freqüência absoluta (n e relativa (%, e as quantitativas, por média, desvio-padrão e valores mínimo e máximo. A associação entre as variáveis maternas (IMC pré-gestacional e IMC final e as do recém-nascido (tipo de parto e peso foram verificadas pelo teste do c² e as diferenças localizadas pelo teste de partição do c². Adotou-se nível de significância de 0,05 (alfa = 5%. RESULTADOS: foram detectados desvios nutricionais em 34,7% das adolescentes no início da gestação, sendo 27,7% com desnutrição, 4% com sobrepeso e 3% obesas. Ao final da gestação 54,3% estavam com IMC normal, 1,3% com desnutrição, 27% sobrepeso e 17,3% com obesidade. O estado nutricional materno (desnutrida, normal, sobrepeso e obesa não influenciou no tipo de parto, se vaginal (80,3% ou cesárea (19,7%. Das pacientes que chegaram ao final da gestação com IMC compatível com desnutrição, 75% tiveram recém-nascidos com peso inferior a 2.500 g. CONCLUSÕES: o estado nutricional materno não teve relação com o tipo de parto, se vaginal (80,3% ou cesárea (19,7%. O IMC final de desnutrição esteve relacionado com um número maior de recém-nascidos de

  15. Estimación de la Heterosis para Producción de Leche Vendible, Intervalo entre Partos y Duración de la Lactancia en Ganado Cruzado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Montoya S. Camilo

    1998-12-01

    Full Text Available En la presente investigación se revisaron 4948 datos referentes a lactancias de vacas en razas B taurus y B indicus, los cuales se obtuvieron entre los años 1986 y 1994 en las Ganaderías La Unión y La K, localizadas en los municipios Plato y Santa Ana en el departamento de Magdalena; San Fernando Pinillos y Magangué en el departamento de Bolívar; y Playones de Sucre y Buenavista en el departamento de Sucre. Para determinar la influencia de los diferentes efectos tanto genéticos como no genéticos sobre las características a estudiar, se utilizó el programa de mínimos cuadrados de Harvey (1988. Los efectos tenidos en cuenta en los modelos para las características leche vendible, días de lactancia e intervalo entre partos fueron: El grupo genético materno, la época y año de parto, número de parto, y hato. Como cavariables se tuvieron en cuenta el peso al destete, la producción de leche duración de la lactancia y el intervalo entre partos según el modelo a estudiar. De los factores 110 genéticos la gran mayoría dieron efecto significativo a los niveles del (P~0.05; no presentaron significancia la época para la duració1l de la lactancia y el grupo genético para el intervalo entre partos; y las covariables intervalo entre partos para la producción de leche y producción de leche en el modelo para el intervalo entre partos. La estimación de la heterosis se hizo una vez realizados los contrastes ortogonales entre los grupos genéticos para las características en las cuales el grupo racial presentó significancia en los ANAVAS. La heterosis obtenida para la producción de leche teniendo como base el promedio de las raza Criolla y el promedio entre el Criollo y el Cebú fue respectivamente: ½ Taurus-1/2 Criollo (17.95% y 22.5%; ½ Taurus - ½ Cebú (9% y 14%; Trihíbrido (7.7% y 11. 7%; ¼ Taurus- ¾ Cebú (5% y 9%; ½ Cebú- ½ Criollo (1.05% y 4.8%; y el ¾ Cebú- ½ Criollo (-7.88% y -4.46%; todas altamente

  16. Prevalence and correlates of preterm labor among young parturient women attending public hospitals in Brazil Prevalencia y factores correlativos del parto prematuro en las jóvenes parturientas que acuden a los hospitales públicos del Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica E. Miranda

    2012-11-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To determine the prevalence of and risk factors for preterm labor (OBJETIVO: Determinar la prevalencia y los factores de riesgo de parto prematuro (menos de 37 semanas de gestación en las jóvenes embarazadas del Brasil. MÉTODOS: Se llevó a cabo un estudio transversal a escala nacional en jóvenes parturientas de 15 a 24 años de edad que acudieron a las maternidades públicas brasileñas en el 2009. Los entrevistadores administraron cuestionarios al ingresar la parturienta en la maternidad (o poco después de parto, si las mujeres participantes tenían demasiado dolor como para responder durante el trabajo del parto. Las participantes respondieron a un cuestionario que recopilaba datos demográficos, conductuales y clínicos. RESULTADOS: Se incluyeron en el estudio un total de 2 071 (86,3% parturientas de las 2 400 invitadas a participar. La media de edad fue de 20,2 años (desviación estándar [SD]: 2,7 y el promedio de años de enseñanza escolar fue de 8 (SD: 2,4. Se produjo un parto prematuro en 450 mujeres (21,7%. La proporción más alta de parto prematuro (36,1% se observó en la región del Norte y la proporción más baja (6,9% en la región del Sur. En el modelo final de regresión logística con variables múltiples, el vivir en la región del Norte (razón de posibilidades [OR]: 1,43; intervalo de confianza [IC] de 95%: 1,28-1,59; el tener ingresos mensuales inferiores a dos veces el salario mínimo brasileño (OR: 1,27, IC de 95%: 1,01-1,60; el haber sido víctima de violencia doméstica (OR: 2,27, IC de 95%: 1,23-4,18; y el haber recibido una atención prenatal inadecuada (OR: 3,17, IC de 95%: 2,54-3,97 seguían siendo factores correlativos significativos de parto prematuro en esta población. CONCLUSIONES: Los resultados muestran una alta prevalencia del parto prematuro en las mujeres jóvenes del Brasil. El parto prematuro presenta una etiología multifactorial. Se deben destinar más recursos de salud p

  17. Diagnóstico, Conduta Obstétrica e Resultados Perinatais em Fetos com Hidrocefalia Diagnosis, Obstetrical Management and Perinatal Outcome in Hydrocephalus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Passini Júnior

    1998-08-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar os métodos para diagnóstico, características da gestação, complicações maternas e resultados perinatais em casos de hidrocefalia congênita, correlacionando-os com variáveis gestacionais e do parto. Método: avaliaram-se 116 gestações com este diagnóstico antes ou após o parto, dos quais 112 ocorridos na Maternidade do CAISM da UNICAMP no período de 1986 a 1995. Para as variáveis perinatais, utilizaram-se os dados completos de 82 recém-nascidos. Para a análise dos dados, calcularam-se as distribuições e médias, usando-se os testes de c² e exato de Fisher. Resultados: geralmente o diagnóstico foi anterior ao parto, confirmado pelo exame ecográfico, e o parto foi por cesárea na maioria dos casos. A cefalocentese foi realizada em 11 casos e as complicações no parto vaginal foram mais freqüentes que na cesárea. O índice de Apgar baixo foi mais freqüente entre os recém-nascidos de parto vaginal. A hidrocefalia congênita esteve também associada a importante morbidade e mortalidade neonatal e perinatal, outras malformações e número muito pequeno de crianças sem seqüelas. Conclusões: a avaliação destes fatores pode ser de grande utilidade para o obstetra acompanhar gestantes com esta malformação fetal, dando maior respaldo às decisões que, além de médicas e éticas, devem levar em conta a relação risco-benefício das medidas a serem tomadas.Objective: to evaluate the diagnosis, characteristics of pregnancy, maternal complications and perinatal outcome in cases of congenital hydrocephalus, and to associate them with pregnancy and delivery variables. Methods: 116 pregnancies with this diagnosis were evaluated before or after delivery, 112 of them occurring at the Maternity ward of CAISM/UNICAMP during the period between 1986 and 1995. For perinatal variables, complete data of 82 newborns were used. For data analysis, distributions and means were calculated and c² and Fisher exact tests

  18. Modalidad integral de atención de parto y su relación con el bienestar materno Integral mode of delivery care and its relationship to maternal well-being

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Teresa Valenzuela Mujica

    2011-12-01

    Full Text Available Justificación: Iniciativas mundiales de la salud hacen una llamada a humanizar la atención del parto, transformándose en una estrategia que aumenta el bienestar de la mujer. Objetivo: Relacionar la atención integral del parto con el nivel de bienestar materno. Método: Se realizó una revisión en las bases de datos Scielo, Science Direct, Pubmed y Cinahl. Se obtuvieron 16 artículos de investigación cuantitativa, 4 de cualitativa y 20 que aportaron al tema. Resultados: El bienestar es un concepto multidimensional, relacionado con la calidad de la atención obstétrica y aumenta cuando la mujer participa en una modalidad humanizada del parto, con menor cantidad de procedimientos invasivos, asume rol protagónico, destacándose el componente interpersonal relacionado con el buen trato de los profesionales de la salud. Conclusión: Es necesario desarrollar estrategias para el cuidado integral de la mujer en el parto, la sensibilización de los profesionales de la salud es clave en este proceso.Justification: Global Health Initiatives call for humane care delivery, could be a strategy that increases the welfare of women. Objective: To relate the integrated care delivery in maternal well-being. Method: A review in the Scielo database, Science Direct, PubMed and Cinahl. Was obtained 16 quantitative research articles, 4 of qualitative and 20 who contributed to the topic. Results: Wellness is a multidimensional concept related to the quality of obstetric care and increases when women participate in a humane mode of delivery, with less invasive procedures, takes lead role, highlighting the interpersonal component related to good treatment of health professionals. Conclusion: It is necessary to develop strategies for comprehensive care of women during childbirth, the awareness of health professionals is key in this process.

  19. Determinação dos valores da pressão da artéria pulmonar, da oximetria, da hemogasometria e dos teores plasmáticos de lactato em bezerros nos primeiros 30 dias de vida

    OpenAIRE

    Melina Marie Yasuoka

    2012-01-01

    A presente pesquisa avaliou a determinação dos valores da pressão da artéria pulmonar, da oximetria, da hemogasometria e dos teores plasmáticos de lactato em bezerros neonatos, com a finalidade de contribuir nos estudos de clonagem e no desenvolvimento de neonatologia veterinária. A monitorização logo após o parto e o nascimento se tornou necessária para a manutenção da vida destes animais, aprimorando-se os protocolos e procedimento tomados, a avaliação clínica do sistema cardiovascular e re...

  20. EFECTO DE LA EPOCA DEL PARTO Y DEL SISTEMA DE AMAMANTAMIENTO SOBRE LA EFICIENCIA REPRODUCTIVA DE VACAS DEL SISTEMA DOBLE PROPÓSITO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    *Roger Salgado

    2003-12-01

    Full Text Available Se evaluó el efecto de la época del parto y el sistema de amamantamiento en la eficiencia reproductiva postparto devacas manejadas bajo el sistema de doble propósito en una finca ubicada en el municipio de Chinú Departamento decórdoba. Se utilizaron 60 vacas multíparas homogéneas en el número de partos, producción de leche, manejo, sanidad,ambiente y alimentación. Se distribuyeron en cuatro tratamientos utilizando un diseño completamente al azar, con unarreglo factorial 2x2 con dos épocas (sequía y lluvia y dos sistemas de amamantamiento (tradicional y restringido con 15repeticiones por grupo experimental: T1 – Sequía x tradicional – T2 – sequía x restringido - T3 – Lluvia x tradicional – T4– Lluvia x restringido. La época no tuvo efecto (P>0.05 sobre la tasa de gestación (50% para la época seca vs 40% parala época de lluvia ni los días abiertos (132.13 + 65.35 vs 138.71 + 60.21 para la época de sequía y lluvia respectivamente.Se encontró un efecto del amamantamiento sobre la tasa de gestación y los días abiertos (P<0.05, siendo mayorpara el amamantamiento restringido (70% y 109.00 + 52.93 días comparado con el tradicional (20% y 161.87 + 60.14días. Por otra parte, se determinó un efecto en la frecuencia acumulada de días abiertos, hallándose los mejoresresultados en los tratamientos T2 y T4 (P<0.016. El estudio permitió concluir que el amamantamiento reduce elanestro postparto y mejora la eficiencia reproductiva en bovinos manejados bajo el sistema de doble propósito.

  1. Repercusión de la malnutrición materna por defecto en el embarazo, el parto y el recién nacido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saúl Matos Matos

    1997-12-01

    Full Text Available Se realizó un estudio de cohorte no concurrente pareado (1 x 1 sobre la repercusión de la malnutrición materna por defecto en el Embarazo, Parto y Recién Nacido en el Policlínico Comunitario Docente "Tula Aguilera" del municipio Camagüey desde el 1ro. de octubre de 1993 hasta el 30 de abril de 1995. El universo de trabajo estuvo constituido por 100 gestantes malnutridas por defecto, las cuales se compararon con un grupo control. La tarjeta de control prenatal, la historia clínica hospitalaria y los libros de partos del policlínico y del Hospital Ginecoobstétrico Provincial constituyeron la fuente primaria de datos. Se creó una encuesta según criterio de expertos que una vez llenada por el autor del trabajo se convirtió en el Registro primario definitivo de datos. Las principales conclusiones de la investigación fueron la edad materna con un riesgo relativo (RR de 2,392, el percápita familiar con un RR de 2,993, así como la enfermedad asociada o dependiente del embarazo, como son el asma bronquial con RR de 8,609, la sepsis urinaria con RR de 5,950, la anemia con RR de 3,47 y el parir un recién nacido con bajo peso con un RR de 3,13.A non-concurrent matched cohort study (1x1 on the repercussion of maternal malnutrition due to faulty feeding on pregnancy, delivery and the newborn was conducted at the "Tula Aguilera" Teaching Community Polyclinic, in the municipality of Camagüey from October 1, 1993 to April 30, 1995. The working universe consisted of 100 malnourished pregnant women due to faulty feeding that were compared with a control group. The prenatal control card, the medical history and delivery registries of the polyclinic and of the Provincial Gynecoobstetrics Hospital were the primary source of data. According to the criteria of experts, it was created a survey that became the definitive primary registry of data. The main conclusions of the research were as follows: maternal age with a relative risk (RR of 2.392, the

  2. De reclusiones maternas y habitantes de los «no lugares». La gestión del acompañamiento paterno en el marco de los partos hospitalarios públicos.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Manuel Hernández Garre

    2016-12-01

    Full Text Available La evidencia científica muestra como el apoyo emocional continuo dado por el padre durante el parto reduce la duración del mismo, la necesidad de analgesia y aumenta las probabilidades de parto vaginal espontáneo, tratándose además de un derecho para las madres que avalan la legislación vigente. Partiendo de estas premisas el artículo explora las experiencias maternas y paternas ligadas al acompañamiento en el marco de los partos que transcurren en los hospitales públicos. La información se obtuvo a través de la realización de una serie de entrevistas semiestructuradas realizadas a madres y padres que habían sido atendidos en un centro sanitario público. Los testimonios hablan de unos rituales en paritorio que recluyen a las madres y excluyen a los padres, desplazando el protagonismo a los asistentes. La conclusión es que se trata de un itinerario asistencial cargado de ideologías productivistas y biopolíticas que da prelación a las rutinas biológicas sobre las necesidades de acompañamiento de las madres y los padres.

  3. ALEITAMENTO MATERNO EXCLUSIVO E AUTOEFICÁCIA MATERNA ENTRE MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA POR PARCEIRO ÍNTIMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Marina Bandim Mariano

    2016-01-01

    Full Text Available Este estúdio tiene como evaluar la práctica de la lactancia materna entre mujeres em situación de violência del compañero íntimo durante elembarazo actual para la duración de lan lactancia materna exclusiva, el nivel de autoeficacia de amamantar y factores relacionados a la iniciación, el establecimiento de la lactancia y el destete precoz. Estudio transversal. 63 mujeres participaron em situación de violência del compañero íntimo em el embarazo actual, identificado por encuesta em el servicio prenatal. La recolección de datos se realizo em el prenatal y postparto. Se utilizo um cuestionario de identificación de violência del compañero íntimo, Breastfeeding Self-Efficacy Scale y información de los registros médicos. El promedio de días de lactancia materna exclusiva fue 19,08. No hubo asociacióne stadísticamente significativa entre la duración de la lactancia materna exclusiva a los 30 y 70 días después del parto y tipos de violência del compañero, asi como prácticas de cuidado con nível de autoeficacia de amamentar. Se encontro asociación entre el tipo de lactancia materna a los 30 y 70 días después del parto y mejores condiciones vitales de lo recien nacido con el nível de autoeficacia de amamentar.

  4. Synthesis, Crystal Structure and Luminescent Property of Cd (II Complex with <em>N-Benzenesulphonyl-L>-leucine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Xishi Tai

    2012-09-01

    Full Text Available A new trinuclear Cd (II complex [Cd3(L6(2,2-bipyridine3] [L =<em> Nem>-phenylsulfonyl-L>-leucinato] has been synthesized and characterized by elemental analysis, IR and X-ray single crystal diffraction analysis. The results show that the complex belongs to the orthorhombic, space group<em> Pem>212121 with<em> aem> = 16.877(3 Å, <em>b> em>= 22.875(5 Å, <em>c em>= 29.495(6 Å, <em>α> em>= <emem>= <emem>= 90°, <em>V> em>= 11387(4 Å3, <em>Z> em>= 4, <em>Dc>= 1.416 μg·m−3, <emem>= 0.737 mm−1, <em>F> em>(000 = 4992, and final <em>R>1 = 0.0390, <em>ωR>2 = 0.0989. The complex comprises two seven-coordinated Cd (II atoms, with a N2O5 distorted pengonal bipyramidal coordination environment and a six-coordinated Cd (II atom, with a N2O4 distorted octahedral coordination environment. The molecules form one dimensional chain structure by the interaction of bridged carboxylato groups, hydrogen bonds and p-p interaction of 2,2-bipyridine. The luminescent properties of the Cd (II complex and <em>N-Benzenesulphonyl-L>-leucine in solid and in CH3OH solution also have been investigated.

  5. Desempenho reprodutivo de ovelhas mestiças da raça Santa Inês em Brachiaria humidícula e efeito do sexo no ganho de peso de cordeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Oliveira

    2014-02-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o desempenho reprodutivo de ovelhas deslanadas em função do manejo alimentar das crias e idade de desmame, além de mensurar o efeito do sexo no ganho de peso de cordeiros. Sessenta e quatro ovelhas mestiças da raça Santa Inês foram distribuídas em delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 4 x 2 x 2 - quatro idades de desmame (56, 70, 84 e 98 dias, sexo e manejo alimentar das crias, cada tratamento com quatro repetições. As ovelhas foram manejadas com a cria ao pé, em 14 piquetes de 1,5 ou 2,0 hectares, formados com pastagem de Brachiaria humidícola. As crias nascidas de partos simples, filhos de reprodutores Santa Inês puros de origem (PO. Após o desmame de todos os grupos, sessenta e quatro cordeiros (32 machos e 32 fêmeas foram distribuídos ao acaso em baias individuais e confinados por 30 dias. A comparação dos parâmetros foi realizada pelo ajuste do modelo de regressão linear simples. Verificou-se vício de tempo longo do manejo alimentar das crias de + 3,7% (P<0,05 para o intervalo entre partos e de + 1,4% (P<0,05 para o período de serviço. Houve efeito linear crescente (P<0,05 da idade de desmame sobre o intervalo entre partos e período de serviço. Verificou-se vício de tempo longo do sexo das crias de + 2,0% (P<0,05 para o intervalo entre partos e de + 0,8% (P<0,05 para o período de serviço das ovelhas. Constatou-se vício de tempo longo do sexo de + 35,2% e + 36,9% (P<0,05, respectivamente, para o ganho de peso diário de cordeiros do nascimento ao desmame e pós desmame em confinamento. A suplementação das crias em alimentador privativo e a antecipação da idade de desmame reduzem o intervalo entre partos e período de serviço de ovelhas deslanadas em pastagem de Brachiaria humidícula. O sexo da cria é fonte de variação na análise da eficiência reprodutiva de matrizes ovinas e no ganho de peso de cordeiros mestiços da raça Santa Inês do nascimento ao desmame e ap

  6. Desempenho de novilhas de corte até o parto recebendo diferentes níveis de suplementação durante o período reprodutivo, aos 14 meses de idade Performance of beef heifers until calving receiving different levels of supplementation during the breeding season, at 14 months of age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Zambarda Vaz

    2012-03-01

    Full Text Available Avaliou-se o desempenho de novilhas de corte até o parto submetidas a diferentes níveis de suplementação em pastagem natural durante o primeiro período reprodutivo, dos 14 aos 17 meses. Foram utilizadas 98 novilhas contemporâneas do mesmo rebanho dos grupos genéticos Charolês, Nelore e suas cruzas, com peso médio de 255 kg. As novilhas foram distribuídas em três grupos: sem suplementação; com suplementação de 3,5 g/kg do peso corporal; com suplementação de 7,0 g/kg do peso corporal. O peso ao final e o ganho de peso médio diário durante o período de suplementação foi maior entre as novilhas do grupo com suplementação na proporção de 7,0 g/kg (322 e 0,701 kg em comparação àquelas sob suplementação na proporção de 3,5 g/kg (302 e 0,464 kg e sem suplementação (288 e 0,425 kg, que não diferiram entre si. O escore de condição corporal ao final da suplementação diferiu entre os três grupos com 3,07; 3,33 e 3,47 pontos, respectivamente, para novilhas sem suplementação; com suplementação na proporção de 3,5 g/kg do peso corporal; com suplementação na proporção de 7,0 g/kg do peso corporal. A porcentagem de prenhez foi influenciada significativamente pelo nível de suplementação, sendo de 35,0; 34,2 e 70,0%, respectivamente. Os dois grupos sob suplementação tiveram maior taxa de concepção na metade inicial do período reprodutivo. A média de idade das novilhas ao parto foi de 785, 778 e 761 dias, respectivamente. O ganho médio diário e a condição corporal foram semelhantes entre as novilhas dos dois grupos genéticos, porém o peso ao início e ao final do período de suplementação foi maior nas filhas de touros charoleses em relação às de touros nelores, refletindo-se nas taxas de manifestação de estro (68,8 vs. 38,2 e de prenhez (60,9 vs. 26,5. As características relacionadas ao parto das novilhas não foram influenciadas pelos níveis de suplementação durante o per

  7. La atención del parto en Chiapas, México: ¿dónde y quién los atiende Childbirth in Chiapas, Mexico: who provides delivery care and where?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Héctor Javier Sánchez-Pérez

    1998-11-01

    Full Text Available Objetivo. Identificar el sitio y el agente de atención del parto; analizar el agente de atención del parto según la atención prenatal (AP y factores sociodemográficos; identificar grupos con menor y mayor probabilidad de recibir atención por parte del personal de los servicios de salud; identificar los motivos de no atenderse en la unidad de salud más cercana al domicilio. Material y métodos. Se analizan datos sobre la atención del parto en 297 mujeres de la Región Fraylesca (Chiapas, usando modelos logit para la identificación de grupos. Resultados. El 32% de los partos ocurrieron en instituciones de salud, y 60%, en el hogar (mayoritariamente en condiciones higiénico-sanitarias desfavorables. Sólo 10% del grupo de mujeres con menos de cinco consultas de AP, una escolaridad menor al tercero de primaria y un jefe de hogar dedicado a labores agropecuarias, fue atendido por personal de salud. Conclusiones. Es necesario mejorar la cobertura, la aceptabilidad y la calidad de los servicios de salud e instrumentar un programa dirigido a incrementar el número de partos en condiciones higiénico-sanitarias adecuadas.Objective. To identify the place and provider of delivery care; to analyse the relationship between the type of delivery care provider and prenatal care and sociodemographic factors; to identify groups with greater and lesser probability of receiving attention at health centers and to identify the reasons for not attending the health center nearest to the household. Material and methods. Data on the delivery care of 297 women of La Fraylesca Region, Chiapas, were gathered using multivariate logit models to identify groups. Results. From the total, 32% of childbirths occurred at health centers and 60% at home (mostly with poor sanitary conditions. Only 10% of women with less than 5 prenatal visits, school level under 3 years and whose household head was a peasant were attended by health care personnel. Conclusions. The

  8. Vivenciando o contato pele a pele com o recém-nascido no pós-parto como um ato mecânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Marques dos Santos

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivou-se compreender a vivência da puérpera durante o primeiro contato pele a pele com o recém-nascido no pós-parto imediato, no centro obstétrico de um hospital público de uma cidade no interior da Bahia. Estudo exploratório, descritivo e qualitativo, aprovado por Comitê de Ética e realizado com quatorze puérperas, através de entrevistas semiestruturadas, no período de julho a agosto de 2011. Os dados foram analisados por meio da Teoria Fundamentada nos Dados, identificando-se o fenômeno "Vivenciando o contato pele a pele como um ato mecânico" e suas três subcategorias "Incentivando só o contato", "O contato como um ato mecânico" e "Sendo obrigada a iniciar o aleitamento materno". O incentivo do contato pele a pele e aleitamento imediatos ocorrem de forma mecânica, sendo destacado só o contato, obrigando a puérpera a iniciar o aleitamento materno de forma brusca e repentina, não sendo respeitada sua vontade de executar ou não essa prática.

  9. Maternal condition and exercise during pregnancy benefit the unborn well being and labor La condición materna y el ejercicio en la gestación favorecen el bienestar del hijo y el parto A condição materna e o exercício na gestação favorecemo bem-estar do filho e o parto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MUÑOZ DE RODRÍGUEZ LUCY

    2008-12-01

    saturación de la información recibida. La muestra estuvo representada por la calidad de información brindada. A partir del análisis a profundidad se construyeron tres dominios y taxonomías: 1. Condición materna, 2. Condiciones del hijo por nacer, 3. El parto. El estudio reveló que el ejercicio físico es una forma como las mujeres gestantes se preparan para el parto; estas mujeres tienen diversas prácticas y creencias sobre el ejercicio físico prenatal, influenciadas por su contexto cultural, y le asignan al ejercicio un significado propio. Para las gestantes el ejercicio físico es cualquier actividad que se realice a diario, incluyendo los quehaceres del hogar y el caminar. Es por medio del ejercicio que preparan el cuerpo para el parto. Se mostró que ellas tienen formas diferentes de interpretar y de practicar el ejercicio físico durante el embarazo y que es necesario que el profesional de la salud no lo desconozca para lograr brindar un cuidado congruente con la cultura de las mujeres gestantes.O estudo objetivou descobrir o significado do exercício físico na etapa pré-natal partindo das crenças e práticas das gestantes do programa de controle pré-natal da ESE Hospital San Rafael de Girardot. O delineamento foi qualitativo, de tipo etnográfico, baseado na etnoenfermagem da teoria multicultural de Leininger. Utilizou-se a entrevista etnográfica e a análise etnográfica de Spradley; o trabalho de entrevistas se fez com base numa média de três entrevistas para cada uma das oito informantes, até que a informação compilada foi suficiente. A característica principal da amostra foi a qualidade da informação fornecida. A partir da análise integral se construíram três domínios e taxonomias: 1. Condição materna, 2. Condições do filho por nascer, 3. O parto. O estudo revelou que o exercício físico é uma forma de se preparar para o parto; as mulheres gestantes têm diversas práticas e crenças sobre o exercício f

  10. La condición materna y el ejercicio en la gestación favorecen el bienestar del hijo y el parto A condição materna e o exercício na gestação favorecemo bem-estar do filho e o parto Maternal condition and exercise during pregnancy benefit the unborn well being and labor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DORA PATRICIA SUÁREZ LEAL

    2008-12-01

    Full Text Available El estudio tuvo como objetivo descubrir el significado del ejercicio físico en la etapa prenatal a partir de las creencias y prácticas que tienen las gestantes del programa de control prenatal de la ESE Hospital San Rafael de Girardot. El diseño fue cualitativo, de tipo etnográfico, basado en la etnoenfermería de la teoría transcultural de Leininger. Se utilizó la entrevista etnográfica y el análisis etnográfico de Spradley; se realizaron en promedio tres entrevistas con cada una de las 8 informantes, hasta que hubo saturación de la información recibida. La muestra estuvo representada por la calidad de información brindada. A partir del análisis a profundidad se construyeron tres dominios y taxonomías: 1. Condición materna, 2. Condiciones del hijo por nacer, 3. El parto. El estudio reveló que el ejercicio físico es una forma como las mujeres gestantes se preparan para el parto; estas mujeres tienen diversas prácticas y creencias sobre el ejercicio físico prenatal, influenciadas por su contexto cultural, y le asignan al ejercicio un significado propio. Para las gestantes el ejercicio físico es cualquier actividad que se realice a diario, incluyendo los quehaceres del hogar y el caminar. Es por medio del ejercicio que preparan el cuerpo para el parto. Se mostró que ellas tienen formas diferentes de interpretar y de practicar el ejercicio físico durante el embarazo y que es necesario que el profesional de la salud no lo desconozca para lograr brindar un cuidado congruente con la cultura de las mujeres gestantes.O estudo objetivou descobrir o significado do exercício físico na etapa pré-natal partindo das crenças e práticas das gestantes do programa de controle pré-natal da ESE Hospital San Rafael de Girardot. O delineamento foi qualitativo, de tipo etnográfico, baseado na etnoenfermagem da teoria multicultural de Leininger. Utilizou-se a entrevista etnográfica e a análise etnográfica de Spradley; o trabalho de

  11. Sensibilidade e especificidade da oximetria fetal de pulso e da cardiotocografia durante o parto: comparação entre os métodos no prognóstico de recém-nascidos Acidóticos Sensitivity and specificity of fetal pulse oximetry and cardiotocography during labor: comparison of both methods regarding prognosis of acidotic newborns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Nunes de Morais

    1999-07-01

    Full Text Available Objetivo: estudar a sensibilidade e a especificidade dos valores de saturação de oxigênio fetal (SpO2 e padrões da freqüência cardíaca fetal (FCF durante o parto, no prognóstico de fetos acidóticos ao nascimento. Pacientes e Métodos: os valores fetais de SpO2 foram obtidos pela técnica da oximetria de pulso. Um valor de SpO2 > ou = 30% foi considerado normal, e 10 minutos no intervalo entre contrações, foi considerado anormal. A SpO2 fetal e os traçados de FCF foram obtidos continuamente no primeiro e segundo períodos do parto. A classificação utilizada para a FCF foi a do NICHD19. Resultados: um total de 72 casos foram estudados. A sensibilidade e especificidade com base na SpO2 fetal foram respectivamente de 61,5% e 96,6%, ao passo que a sensibilidade e especificidade baseadas nos padrões de FCF foram respectivamente 69,2% e 66,1%. Os valores preditivos positivo e negativo em função da SpO2 fetal foram respectivamente 80% e 91,9%; em função dos padrões de FCF foram respectivamente 31% e 90,7%. Conclusões: uma boa especificidade da SpO2 para o prognóstico de recém-nascidos acidóticos foi encontrada, se comparada com a especificidade dos padrões de FCF, ao passo que a sensibilidade foi relativamente baixa para os dois métodos. Entretanto, o número de fetos acidóticos é muito pequeno para conclusões.Purpose: to study the sensitivity and specificity based on fetal oxygen saturation (SpO2 values and fetal heart rate (FHR patterns during labor, for the prognosis of acidotic fetuses at birth. Patients and Methods: SpO2 values were obtained by fetal pulse oximetry technique. A fetal SpO2 value > or = 30% was considered normal, and an SpO2 which remained <30.0% for more than 10 min between contractions was considered abnormal. Fetal SpO2 and FHR tracings were obtained during the first and second stage of labor. FHR classification used in the study has been derived from the National Institute of Child Health and Human

  12. Produtividade e eficiência biológica de sistemas pecuários de cria diferindo na idade das novilhas ao primeiro parto e na taxa de natalidade do rebanho no Rio Grande de Sul Productivity and biological efficiency of beef cow-calf systems differing in age at first calving and herd calving rate in Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgínia Beretta

    2001-07-01

    Full Text Available Foi avaliada por intermédio da simulação a produtividade e eficiência de sistemas de criação de bovinos de corte no Rio Grande do Sul diferindo na idade das novilhas ao primeiro parto (IP, anos e na taxa de natalidade (TN: "Sistema Tradicional" (ST IP=4; "Sistema Melhorado" (SM IP=3; e o "Sistema Um Ano" (SU IP=2. Em cada sistema foi avaliado o efeito da TN variando entre 50 e 90%. Foi usado um modelo estático determinístico. A resposta em produtividade e eficiência à redução na IP foi dependente da TN. No SM e SU foi determinada resposta curvilinear a aumentos na TN, atingindo uma produção máxima de 83,9 e 77,9 quilos de bezerro desmamado (BD/ha com TN de 82,5 e 92,3%, respectivamente. No ST a resposta foi linear, com aumentos de 6,1 kg BD/ha a cada 10% de aumento na TN. O custo energético por quilo BD produzido diminuiu linearmente, na medida em que a TN aumentou.A simulation model was used to evaluate productivity and efficiency of beef cow-calf systems in Rio Grande do Sul State with different heifers first calving age (CA, years and calving rates (CR: "Traditional System" (TS CA=4; "Improved System (IS" CA=3; "One Year System (OYS" CA=2. In each system it was studied the effect of CR varying from 50 to 90%. A statistic deterministic model was used. The effect of reducing CA on productivity and efficiency was dependent of CR. IS and OYS showed a quadratic response curve, with maximum production of 83,9 and 77,9 kg of weaned calf (WC/ ha for CR of 82,5 and 92,3%, respectively. TS response was linear, with increments of 6,1 kg WC/ha for each 10% increase in CR. Energetic cost per quilogram of WC was reduced linearly with increments in CR.

  13. Prevalência da doença hipertensiva específica da gestação em hospital público de São Paulo Prevalencia de la enfermedad hipertensiva específica de la gestación em hospital publico de São Paulo Prevalence of specific hypertension diseasen in pregnancy in a public hospital of the city of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roselane Gonçalves

    2005-02-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva-exploratória, realizada de janeiro a julho de 2002, com o objetivo de conhecer a prevalência da Doença Hipertensiva Específica da Gestação (DHEG e suas complicações. Foram analisados retrospectivamente 604 prontuários de mulheres internadas e identificados 22, nos quais o diagnóstico médico foi DHEG, ou seja, 3,64% mulheres tiveram esse diagnóstico. Delas 45,45% eram adolescentes e 40,90% primigestas. Em 86,36% a patologia ocorreu após a 20ª. semana de gestação. Como complicações identificou-se a eclampsia, a crise hipertensiva, o óbito fetal intrauterino, o óbito neonatal, o sofrimento fetal crônico e a prematuridade. Conclui-se que a assistência à saúde perinatal prestada às gestantes da região deve ser revista, sobretudo, a das adolescente com vistas em melhores indicadores de saúde perinatal.Pesquisa descriptiva-exploratoria realizada de enero a julio de 2002, con el objetivo de conocer la prevalencia de la Enfermedad Hipertensiva Específica de la Gestación (EHEG y sus complicaciones. Fueron analizados retrospectivamente 604 prontuarios de mujeres internadas e identificados 22 de los cuales el diagnóstico médico fue la EHEG, o sea, 3.64% mujeres tuvieron este diagnóstico. Entre estas, 45.45% eran adolescentes y 40.90% eran primigestas. En 86.36% la patología ocurrió después de la 20 semana de gestación. Como complicaciones se identificó la eclampsia, la crisis hipertensiva, el óbito fetal intrauterino, el óbito neonatal, el sufrimiento fetal crónico y la prematuridad. Concluyese que la asistencia a la salud prenatal prestada a las mujeres embarazadas de la región debe ser revista, sobretodo las adolescentes, con vistas para obtener mejores indicadores de salud perinatal.This is a descriptive-exploratory study carried out from January to July 2002 with the purpose to know the prevalence of Specific Hypertension Disease in pregnancy (SHD and its disorders. A total of 604 records of

  14. Evolução da gravidez em adolescentes matriculadas no Serviço Pré-natal do Centro de Saúde Geraldo de Paula Souza, São Paulo (Brasil Evolution of pregnancy in adolescent mothers at the pre-natal clinic of the Health Centre Geraldo de Paula Souza, S. Paulo (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Augusto Franco de Siqueira

    1981-10-01

    Full Text Available Foram estudados 136 casos de gestações em mulheres abaixo de 20 anos de idade, matriculadas em um serviço de pré-natal. Foi constatada incidência significativamente mais elevada de prematuridade e de baixo peso ao nascer, quando os resultados foram comparados aos de um grupo de gestantes matriculadas no mesmo serviço, Verificou-se ainda que o "status" sócio-econômico das gestantes adolescentes foi significativamente mais baixo. A incidência de cesáreas foi, também, significativamente menor, porém houve uma incidência maior de fórceps. O peso médio do recém-nascido foi significativamente menor na população estudada e, apesar de haver uma grande maioria de primigestas entre as adolescentes, a paridade não teve influência no peso do recém-nascido.A hundred and thirty six cases of pregnancy in women below the age of twenty, patients of a pre-natal clinic, were studied. There was found to be a significantly higher rate of premature births and of low-birth-weight, in comparison with a group of normal pregnant women, treated at the same clinic. It was also found that the socio-economic status of the pregnant teen-agers was considerably lower. The rate of cesarian sections was also considerably lower, but the rate of forceps was higher. The average weight of the newborn children was considerably lower in the population sample studied and despite there being a great majority of primipara among the adolescents, the factor parity had no influence on the weight of the newborn.

  15. Complicações obstétricas em gestações com feto portador de anomalia incompatível com a sobrevida neonatal Complicaciones obstétricas en gestaciones con feto portador de anomalía incompatible con la sobrevivencia neonatal Obstetric complications in pregnancies with fetal anomalies incompatible with neonatal survival

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danila Cristina Paquier Sala

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as complicações obstétricas mais comuns encontradas nos períodos gestacional, parto e puerpério imediato de gestantes com fetos portadores de anomalias incompatíveis com a vida. MÉTODOS: Estudo descritivo, onde avaliou-se 78 prontuários de pacientes atendidas no pré-natal da Disciplina de Medicina Fetal da Universidade Federal de São Paulo que tiveram partos nessa mesma instituição, entre 2000 e 2006. RESULTADOS: As principais complicações obstétricas identificadas foram:variação do volume de líquido amniótico em 68%; abortamento, parto pré-termo e a gravidez prolongada estiveram presentes em 6,4%, 55,1% e 3,8% das gestações, respectivamente; óbito fetal intra-uterino em 17,9%; descolamento prematuro da placenta ocorreu em 6,4% e histerectomia em 2,6%. CONCLUSÃO: Estes resultados sugerem aumento de risco materno em gestações com fetos portadores de anomalias graves, fato que demonstra necessidade de avaliação especializada caso a caso.OBJETIVO: Describir las complicaciones obstétricas más comunes encontradas en los períodos de gestación, parto y puerperio inmediato de embarazadas con fetos portadores de anomalías incompatibles con la vida. MÉTODOS: Se trata de un estudio descriptivo, que evaluó 78 fichas médicas de pacientes atendidos en el prenatal de la Disciplina de Medicina Fetal de la Universidad Federal de Sao Paulo que tuvieron partos en esa misma institución, entre 2000 y 2006. RESULTADOS: Las principales complicaciones obstétricas identificadas fueron: variación del volumen de líquido amniótico en 68%; abortamiento, parto pre-término y embarazo prolongado estuvieron presentes en 6,4%, 55,1% y 3,8% de las gestaciones, respectivamente; muerte fetal intra-uterina en 17,9%; desprendimiento prematuro de la placenta ocurrió en 6,4% e histerectomía en 2,6%. CONCLUSIÓN: Éstos resultados sugieren un aumento del riesgo materno en gestaciones con fetos portadores de anomal

  16. Concentração de lactato e glicemia em cadelas e neonatos nascidos de cesariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.M.C. Bueno

    2012-12-01

    Full Text Available Avaliaram-se a concentração de lactato e a glicemia em sete cadelas em trabalho de parto submetidas à cesariana e em seus respectivos neonatos. O lactato materno foi mensurado utilizando-se medidor portátil e pelo método enzimático colorimétrico. Nos neonatos avaliou-se também o peso ao nascimento. Os valores de lactato materno e neonatal foram estatisticamente diferentes, sendo mais elevado nos neonatos. Ao nascimento, as cadelas e os neonatos encontravam-se normoglicêmicos, e não se observou correlação entre a glicemia de ambos. Os valores de lactato obtidos pelo o analisador portátil (3,5±0,6mmol/L foram mais altos do que os obtidos pelo método enzimático colorimétrico (1,6±0,6mmol/L. Observou-se correlação significativa entre o peso do neonato e a concentração de lactato, isto é, os filhotes de menor peso apresentaram maior concentração de lactato.

  17. Avaliação da qualidade dos dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos em 1997-1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Antônio Augusto Moura da

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a concordância entre as informações constantes no Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc referentes a partos hospitalares e aquelas obtidas por inquérito seccional (padrão-ouro. MÉTODOS: Realizou-se inquérito por amostragem em 2.831 partos hospitalares ocorridos em dez maternidades do município de São Luís, MA, abrangendo cerca de 98% dos nascimentos hospitalares da cidade. O arquivo do Sinasc foi comparado com os dados do inquérito perinatal após a realização de linkage por programa de computador. Foram analisados: a cobertura estimada do Sinasc em relação aos nascimentos hospitalares verificados, o percentual de informação ignorada ou não preenchida e o grau de concordância entre as informações constantes no arquivo do Sinasc com o arquivo perinatal. Na medida da concordância, foram utilizados o indicador "kappa", no caso de variáveis qualitativas, e a correlação intraclasse, em se tratando de variáveis quantitativas. RESULTADOS: A cobertura estimada do Sinasc foi de 75,8% (IC95%; 73,3%-78,2%. Os campos do Sinasc que apresentaram boa confiabilidade foram: peso ao nascer, sexo, hospital de nascimento, tipo de parto e idade materna. As estimativas do baixo peso ao nascer foram semelhantes nas duas pesquisas e a concordância foi alta (kappa=0,94. Entretanto, a prematuridade foi mais alta no inquérito (11,2% do que no Sinasc (1,7%, e a concordância foi baixa (kappa=0,09. CONCLUSÃO: A cobertura estimada do Sinasc foi baixa. A análise do arquivo do Sinasc mostrou que a cobertura estimada foi baixa; a taxa de baixo peso ao nascer parece ter boa validade e reprodutibilidade; e a taxa de prematuridade está subestimada.

  18. Avaliação da qualidade dos dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos em 1997-1998

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Augusto Moura da Silva

    2001-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a concordância entre as informações constantes no Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc referentes a partos hospitalares e aquelas obtidas por inquérito seccional (padrão-ouro. MÉTODOS: Realizou-se inquérito por amostragem em 2.831 partos hospitalares ocorridos em dez maternidades do município de São Luís, MA, abrangendo cerca de 98% dos nascimentos hospitalares da cidade. O arquivo do Sinasc foi comparado com os dados do inquérito perinatal após a realização de linkage por programa de computador. Foram analisados: a cobertura estimada do Sinasc em relação aos nascimentos hospitalares verificados, o percentual de informação ignorada ou não preenchida e o grau de concordância entre as informações constantes no arquivo do Sinasc com o arquivo perinatal. Na medida da concordância, foram utilizados o indicador "kappa", no caso de variáveis qualitativas, e a correlação intraclasse, em se tratando de variáveis quantitativas. RESULTADOS: A cobertura estimada do Sinasc foi de 75,8% (IC95%; 73,3%-78,2%. Os campos do Sinasc que apresentaram boa confiabilidade foram: peso ao nascer, sexo, hospital de nascimento, tipo de parto e idade materna. As estimativas do baixo peso ao nascer foram semelhantes nas duas pesquisas e a concordância foi alta (kappa=0,94. Entretanto, a prematuridade foi mais alta no inquérito (11,2% do que no Sinasc (1,7%, e a concordância foi baixa (kappa=0,09. CONCLUSÃO: A cobertura estimada do Sinasc foi baixa. A análise do arquivo do Sinasc mostrou que a cobertura estimada foi baixa; a taxa de baixo peso ao nascer parece ter boa validade e reprodutibilidade; e a taxa de prematuridade está subestimada.

  19. Neonatal Phosphate Nutrition Alters <em>in em>Vivo> and <em>in em>Vitro> Satellite Cell Activity in Pigs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chad H. Stahl

    2012-05-01

    Full Text Available Satellite cell activity is necessary for postnatal skeletal muscle growth. Severe phosphate (PO4 deficiency can alter satellite cell activity, however the role of neonatal PO4 nutrition on satellite cell biology remains obscure. Twenty-one piglets (1 day of age, 1.8 ± 0.2 kg BW were pair-fed liquid diets that were either PO4 adequate (0.9% total P, supra-adequate (1.2% total P in PO4 requirement or deficient (0.7% total P in PO4 content for 12 days. Body weight was recorded daily and blood samples collected every 6 days. At day 12, pigs were orally dosed with BrdU and 12 h later, satellite cells were isolated. Satellite cells were also cultured <em>in vitroem> for 7 days to determine if PO4 nutrition alters their ability to proceed through their myogenic lineage. Dietary PO4 deficiency resulted in reduced (<em>P> < 0.05 sera PO4 and parathyroid hormone (PTH concentrations, while supra-adequate dietary PO4 improved (<em>P> < 0.05 feed conversion efficiency as compared to the PO4 adequate group. <em>In vivoem> satellite cell proliferation was reduced (<em>P> < 0.05 among the PO4 deficient pigs, and these cells had altered <em>in vitroem> expression of markers of myogenic progression. Further work to better understand early nutritional programming of satellite cells and the potential benefits of emphasizing early PO4 nutrition for future lean growth potential is warranted.

  20. La enfermedad periodontal como factor de riesgo de parto pretérmino y de bajo peso al nacer en el Hospital Nacional Cayetano Heredia 2002-2003.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Alberto Lizarraga Marroquin

    2005-07-01

    Full Text Available Objetivo: Evaluar la relación entre parto pretérmino (PP y de bajo peso (BP al nacer (PPBP y la enfermedad periodontal (EP materna. Materiales y Métodos: Estudio tipo casos y controles de 156 madres, 53 casos (madres de bebés con PPBP y 103 controles (bebés de madres nacidos con >37 semanas y más de 2 500g. Se interrogó a las madres y se revisó las historias clínicas, se registraron datos como: grado de instrucción, estado civil, hábitos de fumar, alcohol, drogas y otros factores de riesgo conocidos. Un solo examinador calibrado registró los indicadores periodontales: profundidad al sondaje, nivel de inserción clínica, sangrado al sondaje y presencia de placa. El análisis se hizo con técnicas de estratificación o regresión logística. Resultados: Los niños pretérminos con y sin bajo peso y a término con bajo peso tienen poco más del doble de probabilidad de tener madres con pérdida de nivel de inserción clínica OR 2,14 (IC 95% 1,24-3,68. Hay asociación de PPBP con la pérdida del nivel de inserción clínica, controlando por peso materno, número de controles prenatales y antecedentes de hijos con BP al nacer. Conclusión: La enfermedad periodontal es un factor de riesgo independiente y potencial de PPBP (Rev Med Hered 2005;16:172-177.

  1. Valvoplastia aórtica por cateter-balão em emergência materno-fetal na adolescência Valvuloplastia aórtica por catéter con balón en emergencia materno-fetal en la adolescencia Aortic valvuloplasty with balloon catheter in maternal-fetal emergency in adolescence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walkiria Samuel Avila

    2009-12-01

    Full Text Available O aumento do débito cardíaco durante a gravidez é causa de insuficiência cardíaca em portadoras de estenose valvar aórtica grave. A valvoplastia aórtica percutânea tem sido associada a graves complicações e reestenose valvar em curto prazo. O presente caso mostrou que a valvoplastia aórtica percutânea permitiu o alcance do parto com sobrevida da mãe e do feto, e que a interrupção do tratamento no pós-parto resultou em morte materna no puerpério tardio.El aumento del gasto cardiaco durante el embarazo es la causa de insuficiencia cardiaca en portadoras de estenosis valvular aórtica severa. Se viene asociando la valvuloplastia aórtica percutánea a severas complicaciones y reestenosis valvular en corto plazo. El presente caso reveló que la valvuloplastia aórtica percutánea permitió el alcance del parto con sobrevida de la madre y del feto, y que la interrupción del tratamiento en el postparto resultó en muerte materna en el puerperio tardío.The increase of cardiac output during pregnancy is the cause of heart failure in women with severe aortic valvular stenosis. Percutaneous aortic valvuloplasty has been associated with severe complications and short-term valvar restenosis. This case showed that percutaneous aortic valvuloplasty allowed both mother and fetus to survive after childbirth, and that postpartum treatment interruption resulted in maternal death in late postpartum care.

  2. Constituents from <em>Vigna em>vexillata> and Their Anti-Inflammatory Activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guo-Feng Chen

    2012-08-01

    Full Text Available The seeds of <em>Vigna em>genus are important food resources and there have already been many reports regarding their bioactivities. In our preliminary bioassay, the chloroform layer of methanol extracts of<em> V. vexillata em>demonstrated significant anti-inflammatory bioactivity. Therefore, the present research is aimed to purify and identify the anti-inflammatory principles of <em>V. vexillataem>. One new sterol (1 and two new isoflavones (2,3 were reported from the natural sources for the first time and their chemical structures were determined by the spectroscopic and mass spectrometric analyses. In addition, 37 known compounds were identified by comparison of their physical and spectroscopic data with those reported in the literature. Among the isolates, daidzein (23, abscisic acid (25, and quercetin (40 displayed the most significant inhibition of superoxide anion generation and elastase release.

  3. Avaliação da vitalidade fetal e resultados perinatais em gestações após gastroplastia com derivação em Y de Roux Assessment of fetal vitality and perinatal results in pregnancies after gastroplasty with Roux-en-Y gastric bypass

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Mieko Yamamoto Nomura

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os resultados da avaliação da vitalidade fetal de gestações após gastroplastia com derivação em Y de Roux, verificando as complicações maternas e os resultados perinatais. MÉTODOS: No período de julho de 2001 a setembro de 2009, foram analisados, retrospectivamente, dados de prontuário de pacientes com gestação após gastroplastia com derivação em Y de Roux, acompanhadas em pré-natal especializado e cujo parto foi realizado na instituição. Foram analisados os exames de avaliação da vitalidade fetal (cardiotocografia, perfil biofísico fetal e dopplervelocimetria das artérias umbilicais realizada na semana anterior ao parto. As variáveis maternas investigadas foram: dados demográficos, complicações clínicas maternas, tipo de parto, complicações no parto e pós-parto, exames hematimétricos maternos e resultados perinatais. RESULTADOS: Trinta gestações após gastroplastia com derivação em Y de Roux foram identificadas e 24 delas foram submetidas à avaliação da vitalidade fetal. Todas as pacientes apresentaram resultados normais na cardiotocografia, no perfil biofísico fetal e na dopplervelocimetria das artérias umbilicais. Houve um caso de oligohidrâmnio. A principal complicação observada foi anemia materna (Hb OBJECTIVE: To study fetal vitality assessed in pregnancies after gastroplasty with Roux-en-Y gastric bypass'and verify maternal complications and perinatal results. METHODS: Hospital charts of all pregnancies after gastroplasty with Roux-en-Y gastric bypass were reviewed retrospectively. All cases followed at the specialized prenatal care that gave birth in this institution, between July 2001 and September 2009, were reviewed. The assessment of fetal vitality (cardiotocography, fetal biophysical profile and umbilical artery Doppler velocimetry performed in the last week before delivery were analyzed. The maternal variables investigated were: demographic data, maternal complications

  4. Reflexiones sobre la trayectoria de la lactancia materna en el Brasil y sus interfaces con el movimiento por la Humanización del Parto y Nacimiento y la Política Nacional de Humanización

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Isoyama VENANCIO

    2010-12-01

    Full Text Available A pesar de los reconocidos beneficios de la lactancia, hubo una disminución de esta práctica en el mundo. A partir de la década del 70, debido a las consecuencias del desmame precoz, inicia un movimiento mundial para reconstruir la cultura de la lactancia. Este artículo busca rescatar la trayectoria de las acciones de promoción, protección y apoyo a la lactancia en el Brasil, implementadas desde el inicio de la década de los 80, buscando identificar algunas de sus interfaces con el movimiento de humanización del parto y nacimiento y, más recientemente, con la Política Nacional de Humanización. Se puede decir que los movimientos en pro de la lactancia y por la humanización del parto y nacimiento tienen ideales comunes. Entre ellos se destacan la incorporación de la discusión sobre derechos y de las recomendaciones basadas en evidencias científicas y la participación de la sociedad civil organizada. Se constata, también, varios puntos de convergencia entre las propuestas trabajadas en el contexto de apoyo a la lactancia materna y las preocupaciones señaladas por la política de humanización, como la importancia de la calidez, del trabajo en equipo y del cuidado con el cuidador. Obviamente no se pretende agotar esta discusión, mas levantar algunos puntos que permitan reflexionar sobre las posibilidades de articulación entre las diferentes estrategias para promover la lactancia, humanización del parto e implementación de la PNH.

  5. Anestesia venosa total para laringectomia parcial em paciente na 28ª semana de gestação: relato de caso Anestesia venosa total para laringectomía parcial en paciente en la 28ª semana de embarazo: relato de caso Total intravenous anesthesia for partial laryngectomy in 28 weeks pregnant patient: case report

    OpenAIRE

    José Costa; Dalva Maria Carvalho Mendes; José Eduardo de Oliveira Lobo; Adriana Barrozo Ribeiro Furuguem; Gabriel Gilberto Santos

    2005-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Uma anestesia para paciente gestante constitui um desafio ao anestesiologista em virtude dos riscos para a mãe e para o feto. São muitas as complicações descritas pela literatura como malformações fetais, parto prematuro, instabilidade hemodinâmica materna e até morte fetal. O objetivo deste caso é mostrar uma paciente gestante de 28 semanas, submetida a laringectomia parcial sob anestesia geral venosa total com propofol, remifentanil e cisatracúrio. RELATO DO CASO:...

  6. Efectos del parto prematuro y retraso en el crecimiento fetal sobre los factores de riesgo cardiovascular durante el curso de la vida entre niños y adolescentes de escuelas oficiales de Bogotá, Colombia: Estudio FUPRECOL

    OpenAIRE

    Becerra Narváez, Ibelice Rocio

    2017-01-01

    Antecedentes. Tanto la restricción del crecimiento fetal y el parto pretérmino han sido asociados con el riesgo cardiometabólico en jóvenes y adultos. Sin embargo, sus efectos combinados sobre la salud cardiometabólica en niños y jóvenes son escasos. Objetivos. Este estudio tuvo como objetivo evaluar los efectos del peso al nacer y la edad gestacional combinados sobre los factores de riesgo cardiovascular durante el curso de la vida y la obesidad entre niños y jóvenes de edad escolar de C...