WorldWideScience

Sample records for nutricional consumo alimentar

  1. Consumo alimentar e estado nutricional de mulheres em quimioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Borges Ferreira

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi analisar o consumo alimentar e o estado nutricional de mulheres com câncer de mama (CM em quimioterapia (QT. A avaliação dietética quantitativa foi realizada de acordo com as Dietary Reference Intakes (DRI e a avaliação qualitativa pelo Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R. Dentre o total de pacientes (n = 20, 60% (n = 12 apresentaram circunferência da cintura igual ou superior a 88 cm. Foi verificado 75% (n = 15 de indivíduos com excesso de peso. A média da ingestão de cálcio, cobre, ferro, fibra alimentar, magnésio, potássio, vitamina A, niacina, vitamina B6 e zinco encontrava-se abaixo da recomendação de ingestão adequada e o consumo de vitamina C, fósforo, manganês, sódio e tiamina encontrava-se acima. Quanto à análise do IQD-R, 80% (n = 16 das pacientes apresentaram uma “dieta que requer modificações”, enquanto que 20% (n = 4 apresentaram uma “dieta saudável”. Observou-se elevado excesso de peso, desequilíbrio na ingestão de micronutrientes e dieta que necessita melhorias. Dessa forma, a criação e a utilização de um protocolo de intervenção nutricional são de grande relevância para melhorar a dieta de pacientes com CM que realizam QT.

  2. CONDIÇÕES SOCIOECONÔMICAS, CONSUMO ALIMENTAR E ESTADO NUTRICIONAL DE PRÉ- ESCOLARES PERTENCENTES A UMA CRECHE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tessa Bitencourt VALENTE

    2010-12-01

    Full Text Available

    O objetivo deste estudo foi analisar as condições socioeconômicas, o consumo alimentar e o estado nutricional de 39 pré-escolares pertencentes a uma creche da cidade de Santa Maria/RS. Foi aplicado um questionário para análise do perfil socioeconômico das famílias e um questionário de frequência alimentar contendo itens alimentares usualmente consumidos pelos pré-escolares, a fim da verificação do consumo alimentar. As curvas de crescimento propostas pela Organização Mundial da Saúde foram utilizadas para análise do perfil nutricional. Utilizou-se o teste do Qui-quadrado ou teste Exato de Fisher para comparação entre as variáveis de frequência e o teste t de Student para verificar a diferença entre as médias (P≤0,05. Quanto aos resultados, constatou-se que as famílias apresentavam um bom nível socioeconômico, já que 66,67% dos responsáveis possuíam ensino superior; 51,28%, casa própria; e em 58,97% dos domicílios geralmente moravam de 1 a 3 pessoas. Foi observado um grande consumo de leite, cereais, refrigerantes, guloseimas e um baixo consumo de frutas e hortaliças. Embora a maioria das crianças fosse classificada como eutrófica (82,05%; 100%; 66,67%; 64,10% nos indicadores P/I, E/I, P/E e IMC, respectivamente, houve uma prevalência importante de risco de sobrepeso e de sobrepeso. Os dados mostraram que o bom nível socioeconômico das famílias garantiu o acesso a uma alimentação variada. No entanto, verifica-se que seria importante uma orientação nutricional para promover alimentação saudável, uma vez que foi observado grande consumo de carboidratos simples, refrigerantes e lipídios em detrimento de frutas, hortaliças e cereais integrais, além de uma tendência ao excesso de peso.

  3. Avaliação nutricional e consumo alimentar de pacientes com doença celíaca com e sem transgressão alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiana Santos Andreoli

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e a ingestão de energia e de macronutrientes de pacientes com diagnóstico de doença celíaca que transgrediam ou não a dieta isenta de glúten. MÉTODOS: Foram estudados 63 pacientes com doença celíaca: 34 crianças e 29 adolescentes. Transgressão à dieta isenta de glúten foi caracterizada por meio da dosagem sérica do anticorpo antitransglutaminase tissular recombiante humana. O estado nutricional foi avaliado com base nos escores-Z de peso/idade, estatura/idade e no índice de massa corporal. A ingestão alimentar foi avaliada por meio do inquérito alimentar de 24 horas. RESULTADOS: A transgressão à dieta sem glúten foi constatada em 41,2% das crianças e em 34,5% dos adolescentes. Nas crianças com transgressão alimentar, a média do escore-Z de estatura/idade foi inferior à das crianças do grupo que não transgredia (p=0,024. Todavia, o grupo com transgressão apresentou maior escore-Z do índice de massa corporal em relação aos que não transgrediam (p=0,021. Os adolescentes que não transgrediam apresentaram maior índice de massa corporal quando comparados aos que transgrediam a dieta (p=0,037. Em relação à ingestão alimentar, não se observou diferença estatística entre os grupos. Todavia, cerca de 70,0% das crianças e adolescentes apresentaram consumo de energia acima de 120,0% da recomendação. CONCLUSÃO: As crianças que transgrediam a dieta apresentaram menor escore-Z de estatura/idade e maior escore-Z para índice de massa corporal do que crianças que seguem sem transgressões alimentares. Os adolescentes que não transgrediam a dieta apresentaram maior média de índice de massa corporal quando comparados aos que transgrediam a dieta. Consumo energético elevado foi observado tanto nas crianças quanto nos adolescentes.

  4. Qualidade de vida, estado nutricional e consumo alimentar de mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico

    OpenAIRE

    Juliana Scheibler; Flávia Moraes Silva; Thaís Rodrigues Moreira; Fernanda Scherer Adami

    2016-01-01

    Objetivo: Avaliar a qualidade de vida, o estado nutricional e o consumo alimentar de mulheres diagnosticadas com câncer de mama em quimioterapia. Métodos: Estudo transversal e analítico envolvendo 70 mulheres, de 30 a 59 anos, em um hospital do Rio Grande do Sul, no período de maio a outubro de 2015. Aplicou-se o questionário European Organization for Research and Treatment of Câncer Quality of Life Questionnaire C30 (EORTC QLQ- C30). As variáveis antropométricas coletadas foram: peso atual, ...

  5. Avaliação Nutricional, Consumo Alimentar e Risco para Doenças Cardiovasculares de Crianças Praticantes de Natação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Donner Alves

    2010-09-01

    Full Text Available Introdução: As doenças cardiovasculares (DCV destacam-se, nos dias atuais, como a mais frequente causa de mortalidade, inclusive na infância. Dentre os fatores de risco para DCV estão o alto consumo de gorduras saturadas, trans, colesterol, como também o excesso de peso e gordura corporal. Objetivo: avaliar o estado nutricional e consumo alimentar de crianças praticantes de natação de um clube esportivo. Métodos: A avaliação nutricional foi realizada por meio de antropometria, utilizando-se: peso, estatura, dobra cutânea triciptal (DCT, subescapular (DCSE, circunferência abdominal (CA e cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC. O percentual de gordura corporal (%GC foi determinado através da soma da DCT e da DCSE. Para avaliar o consumo alimentar utilizou-se o Questionário Simplificado para Avaliação de Risco Cardiovascular (QRC que identifica a frequência de consumo de 9 alimentos ricos em gorduras. Resultados: Foram avaliadas 204 crianças, 59% do sexo masculino, com média de idade de 8±2 anos. Quando classificados, 30,4% apresentavam-se com excesso de peso de acordo com o IMC, 26% tinham CA aumentada e 41% apresentaram alto consumo de alimentos que aumentam o risco cardiovascular. De acordo com a classificação do %GC, 11% foram classificados como muito alto para a idade, com diferença significativa entre os sexos (P

  6. Qualidade de vida, estado nutricional e consumo alimentar de mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Scheibler

    2016-11-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a qualidade de vida, o estado nutricional e o consumo alimentar de mulheres diagnosticadas com câncer de mama em quimioterapia. Métodos: Estudo transversal e analítico envolvendo 70 mulheres, de 30 a 59 anos, em um hospital do Rio Grande do Sul, no período de maio a outubro de 2015. Aplicou-se o questionário European Organization for Research and Treatment of Câncer Quality of Life Questionnaire C30 (EORTC QLQ- C30. As variáveis antropométricas coletadas foram: peso atual, altura, circunferência braquial, circunferência da cintura, circunferência do quadril e prega cutânea tricipital. O consumo alimentar foi avaliado pelo recordatório alimentar de 24 horas. Resultados: Sobrepeso e obesidade foram encontrados respectivamente em 37,1% e 37% das mulheres de acordo com o índice de massa corporal. A média do consumo de calorias, carboidratos, lipídios, colesterol, fibras, cálcio e ferro foi significativamente inferior à recomendação, com destaque para nutrientes como fibras (91,4% dos casos, cálcio (87,7% dos casos e ferro (mais de 90% dos casos. No entanto, o consumo médio de proteínas (72,9% dos casos > 15% do VCT e vitamina C (mais de 50% dos casos foi superior ao recomendado. Conclusão: A qualidade de vida das mulheres com câncer de mama em quimioterapia foi considerada baixa e elas apresentaram uma elevada prevalência de sobrepeso e obesidade. Além disso, o consumo alimentar foi superior à recomendação para proteínas e vitamina C, e inferior para calorias, carboidratos, lipídios, colesterol, fibras, cálcio e ferro. Não foi observada associação significativa entre qualidade de vida e estado nutricional.

  7. Tratamento nutricional dos transtornos alimentares Nutritional treatment of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Romero Latterza

    2004-01-01

    Full Text Available Pacientes com transtornos alimentares possuem inadequações profundas no consumo, padrão e comportamento alimentar, além de diversas crenças equivocadas sobre alimentação, o que geralmente acarreta piora do estado nutricional. O tratamento nutricional visa a reverter tais alterações e promover hábitos alimentares saudáveis e melhor relação para com o alimento. Os objetivos e características do tratamento diferem para a anorexia nervosa e a bulimia nervosa, contudo, usualmente, a abordagem é dividida em duas fases: a educacional, cujas principais metas são a regularização do hábito alimentar e o aumento do conhecimento nutricional, e a experimental, que visa a propiciar maior reabilitação nutricional e mudanças mais profundas no comportamento alimentar. As evidências existentes sugerem que o tratamento nutricional promove a melhora de tais parâmetros, porém, alguns comportamentos alimentares, como a sensação de incompetência ao lidar com os alimentos, permanecem. Desta forma, mais estudos são necessários para que se possa de fato avaliar a eficácia da abordagem nutricional.Patients with eating disorders have disturbed food intake, food pattern, food behavior, and mistaken beliefs about food and nutrition, which can worsen nutritional status. The nutritional treatment aims to revert such alterations and to promote better food habits and relationship with food. The objectives and characteristics of the treatment are different for anorexia nervosa and bulimia nervosa, but usually the approach has two phases: the educational phase, whose major goals are regularization of food habits and increase of nutrition knowledge; and the experimental phase, whose targets are better nutritional rehabilitation and more complex improvements of nutritional behavior. Evidence suggests that nutritional treatment can ameliorate such parameters, but some inadequate food behaviors remain, such as feeling of incompetence while dealing with

  8. Dependência para alimentar-se e consumo alimentar em idosos hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arethusa Sass

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar a associação entre o consumo alimentar e a dependência para alimentar-se em idosos hospitalizados, os quais foram entrevistados nas primeiras 24hs após internação na clínica médica de um hospital geral. Participaram da pesquisa 75 idosos com idade média de 70,9 anos, sendo 58,7% do sexo masculino e 17,3% com dependência para alimentar-se. Não foi evidenciada associação entre dependência para alimentar-se e o consumo de alimentos energéticos e construtores, mas o foi para o consumo dos alimentos reguladores como o alho e cebola (p=0,00 e o de água (p=0,04. Sugere-se a necessidade de orientação nutricional aos cuidadores, visto que a dependência para alimentar-se se associa ao baixo consumo de água entre idosos.

  9. Estado nutricional e consumo alimentar de mulheres jovens na fase lútea e folicular do ciclo menstrual Nutritional status and food consumption of young women in the luteal and follicular phases of the menstrual cycle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Almenara Silva dos Santos

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e a ingestão alimentar de mulheres adultas sadias durante o ciclo menstrual. MÉTODOS: Quarenta e cinco voluntárias foram acompanhadas durante três meses. A avaliação do estado nutricional foi baseada no índice de massa corporal, porcentagem de gordura e água corporal. Foram aplicados seis registros alimentares para análise da ingestão dos grupos de alimentos, usando como base o guia alimentar da pirâmide. Para a observação do sintoma "desejos alimentares", foram utilizados três "mapas de sintomas diários". RESULTADOS: Os valores médios de índice de massa corporal e de porcentagem de gordura corporal apresentaram-se normais em ambas as fases, entretanto foi observado maior percentual de mulheres com água corporal acima do padrão na fase lútea (77%. O consumo de alimentos do grupo complementar foi maior na fase lútea. Todos os outros grupos de alimentos, com exceção do grupo de carnes, apresentaram consumo inferior às recomendações, em ambas as fases. A intensidade do sintoma "desejos alimentares" foi leve durante o ciclo menstrual, não sendo observada diferença significativa entre as fases. O sintoma "desejos alimentares" associou-se positivamente com o aumento da ingestão do grupo complementar na fase lútea. CONCLUSÃO: O ciclo menstrual influencia o comportamento alimentar e leva à retenção hídrica, na fase lútea, em mulheres adultas sadias.OBJECTIVE: This study assessed the nutritional status and food intake of healthy young women during the menstrual cycle. METHODS: Forty-five volunteers were followed for three months. Their nutritional status was determined by body mass index, body fat and total body water. Six food recall instruments were used to evaluate food group intake according to the food guide pyramid. Food cravings were detected by three daily symptom charts. RESULTS: The mean body mass index and body fat were normal in both phases; however, there was a higher

  10. Agentes comunitários de saúde da zona leste do município de São Paulo: um olhar para seu estado nutricional e consumo alimentar - doi:10.5020/18061230.2008.p3

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexanndra Corrêa de Freitas

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Caracterizar o perfil sócio-demográfico, o estado nutricional, a presença de doenças crônicas não-transmissíveis e o consumo alimentar de agentes comunitários de saúde (ACS pertencentes a cinco Unidades de Saúde da Família da Zona Leste do Município de São Paulo. Métodos: Tratou-se de um estudo quantitativo, descritivo e exploratório desenvolvido com 88 indivíduos. Coletaram-se dados sobre a situação sócio-demográfica, dados antropométricos(peso, estatura e circunferência da cintura, informações sobre presença de doenças crônicas não-transmissíveis e de consumo alimentar. Resultados: Os participantes dessa pesquisa eram predominantemente do sexo feminino 83 (94,3%, com idade variável entre 20 e 55 anos. A maioria era natural da região Sudeste 72 (81,2%, possuía ensino médio concluído 71 (80,7% e tinha renda familiar entre 2 e 5 salários mínimos 62 (70,4%. A avaliação antropométrica revelou que 46 (52,3% estavam eutróficos, 41 (46,6% com excesso de peso e 41 (46,6% apresentavam risco elevado ou muito elevado para doenças cardiovasculares, apesar de 77 (87,5% não terem referido qualquer doença crônica não-transmissível. Quanto ao consumo alimentar, encontrou-se consumo diário de arroz, feijão, pão e margarina ou manteiga e baixo consumo de leite e derivados, frutas, verduras e legumes. As carnes bovina e de frango eram as mais consumidas. O café apareceu como bebida de maior consumo diário, seguido do suco artificial. As frituras e doces eram consumidos semanalmente por 34,9% e 53,4% dos ACS, respectivamente. Conclusão: O excesso de peso e a obesidade abdominal foram os principais acometimentos à saúde dos ACS, tendo, ambos, estreita relação com suas práticas alimentares inadequadas; as quais também estavam relacionadas às suas características sócio-demográficas. NCT00682604.

  11. Estado nutricional, consumo alimentar e risco cardiovascular: um estudo em universitários Nutritional status, food consumption and cardiovascular risk: a study on university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribú

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a proporção de fatores de risco para doenças cardiovasculares, dando ênfase aos fatores nutricionais, em alunos da área de saúde de uma universidade pública do Recife. MÉTODOS: Foram avaliados 250 estudantes por um questionário que abordou aspectos biossociais, dados sobre estilo de vida, história familiar para doenças cardiovasculares, variáveis antropométricas e consumo alimentar, avaliado pelo Recordatório de 24horas. RESULTADOS: Foi encontrada a seguinte freqüência para os fatores de risco analisados: tabagismo (2,8%, sedentarismo (41,7%, excesso de peso (35,5% e 5,3% nos sexos masculino e feminino, respectivamente pOBJECTIVE: This study aimed to describe the proportion of risk factors for cardiovascular diseases, emphasizing nutritional factors, among health students from a public university in Recife, Brazil. METHODS: Two hundred and fifty students were assessed through a questionnaire that addressed biosocial aspects, lifestyle data, family history for cardiovascular diseases, anthropometric variables and food consumption determined by the 24-hour recall. RESULTS: The following rates were found for the assessed risk factors: smoking (2.8%, inactivity (41.7%, overweight (35.5% among men and 5.3% among women, p<0,01, family history of hypertension (35.5%, diabetes (11.3%, obesity (20.2% and death of close relatives before age 50 due to cardiovascular diseases (14.8%. Regarding food consumption, a high percentage of individuals had inappropriate energy intake and a low percentage had inappropriate protein and carbohydrate intakes. Regarding the fat profile of the diet, more than 40.0% of the students consumed more cholesterol than the recommended levels and 17.9% of the men and 44.8% of the women consumed high amounts of saturated fat (p<0.01. The consumption of linoleic acid and monounsaturated and polyunsaturated fatty acids was inadequate in more than 95% of the individuals under study. CONCLUSION: The

  12. Conhecimento nutricional e suplementação alimentar por praticantes de exercícios físicos

    OpenAIRE

    Moreira, Fernanda Pedrotti; Rodrigues, Kelly Lameiro

    2014-01-01

    INTRODUÇÃO: O ambiente das academias favorece a disseminação de padrões estéticos estereotipados, levando muitos frequentadores a desenvolver hábitos alimentares inadequados e, muitas vezes, recorrer à utilização de suplementos alimentares. Ainda existe muita falta de informação e orientação em relação à nutrição ideal, o que pode prejudicar o desempenho desportivo.OBJETIVO: Avaliar o uso de suplementos alimentares, consumo alimentar e conhecimento nutricional dos praticantes de exercícios fí...

  13. Associação entre consumo alimentar e (insegurança alimentar e nutricional em São José dos Ramos - PB Association between consumption and food (insecurity in food and nutrition of São José dos Ramos - PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleyton Cézar Souto Silva

    2012-05-01

    Full Text Available A prevalência de insegurança alimentar é importante para a avaliação das condições de vida e para o planejamento de políticas públicas de combate à fome. A pesquisa foi realizada com 177 famílias de São José dos Ramos-PB, no ano de 2005, por meio de entrevista. A análise dos dados, por regressão logística e ODDS RATIO, utilizou como variável dependente estar ou não em segurança alimentar, avaliação resultante da aplicação da EBIA; e, como variável independente dicotômica, o consumo de 15 conjuntos de alimentos. O modelo em regressão logística e o odds ratio mostraram associação de leite integral, manteiga, biscoito, bolacha e bolo com a segurança alimentar. Contudo, deve-se levar em consideração o conceito ampliado de Segurança Alimentar e Nutricional, que enfatiza outros fatores relevantes além do consumo alimentar, como a disponibilidade de alimento, que se incorpora às condições de renda e padrão de vida.The prevalence of food insecurity is important for the assessment of the conditions of life and planning of public policies for combating hunger. The survey was conducted with 177 families of São José dos Ramos, in the year 2005, through interview. Data analysis, through logistics regression and ODDS RATIO, used as the dependent variable is in food safety assessment resulting from the application of EBIA, and as a variable dichotomic-independent consumption of 15 sets of food. The regression model Logistics and the odds ration of Association showed whole milk; butter, biscuit, cracker, cake with food safety. However you should take into consideration the expanded concept food and nutritional security that emphasizes other relevant factors beyond the food consumption as food availability, which incorporates income conditions and standard of living.

  14. Estado nutricional e consumo alimentar de adolescentes de um centro de juventude da cidade de São Paulo Nutritional status and food consumption of adolescents registered at a center of youth from the city of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giorgia Christina Barbosa Garcia

    2003-01-01

    Full Text Available Foram avaliados o estado nutricional e o consumo alimentar de 153 adolescentes dos sexos masculino e feminino, com média de idade de 11,90 ± 1,26 anos, de baixo nível socioeconômico, matriculados em um Centro de Juventude da cidade de São Paulo. Para a classificação do estado nutricional foram utilizados como pontos de corte os percentis da distribuição de Índice de Massa Corporal por idade e sexo. Aplicou-se recordatório de 24 horas, com auxílio do álbum de registros fotográficos, para estimar o consumo alimentar. Calculou-se o Índice de Qualidade Nutricional para cálcio e ferro. As médias dos valores de energia, proteína, carboidrato, lipídios, cálcio, ferro e colesterol foram de 1953kcal, 69g, 264g, 69g, 517mg, 10mg e 329mg, respectivamente. Com relação ao estado nutricional, 78,4% dos adolescentes encontravam-se na faixa de normalidade, 11,8% apresentavam risco de sobrepeso, 7,8% estavam com sobrepeso e 2,0% tinham baixo peso. Detectou-se consumo insuficiente de cálcio, especialmente entre as meninas (98,4%, que também apresentaram maior proporção de qualidade da dieta "pobre" e "regular" em ferro (73,8%.This paper evaluated the nutritional status and the food consumption of 153 adolescents (males and females, with a median age of 11.9 years (±1.26, and with low socioeconomic level, registered at a Center of Youth from the city of São Paulo. To evaluate the nutritional status, cutoff points based on percentiles of the distribution of Body Mass Index for age and sex were adopted. A 24-hour recall, with an album of photographic registers, was applied to estimate the food consumption. The Nutritional Quality Index for calcium and iron was calculated. The average values of energy, protein, carbohydrate, lipids, calcium, iron and cholesterol were 1953kcal, 69g, 264g, 69g, 517mg, 10mg and 329mg, respectively. According to the assessment of the nutritional status, 78.4% of the adolescents were within the range of

  15. Estado nutricional e consumo alimentar de mulheres com câncer de mama atendidas em um serviço de mastologia no interior do Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Cristina Zanchin

    2011-10-01

    Resultados: Observou-se que 90% da população estudada apresentavam idade >40 anos, 68% encontravam-se na pós-menopausa, 70% estavam em etapa pós-tratamento e que 84% nunca ingeriam bebidas alcoólicas. A análise estatística demonstrou freqüência elevada de sobrepeso/obesidade (72% com IMC médio de 28,6±5,6Kg/m² e alta prevalência de sedentarismo (72%. A média diária de consumo energético foi de 1413,7Kcal/dia; sendo 27,3% de lipídeos totais e 8% de gorduras saturadas. O consumo de fibras, vitamina A, C e E e selênio apresentaram-se abaixo das recomendações nutricionais. Foi encontrada preferência por leite integral e carne vermelha, consumo diminuído de frutas e pouca variedade na ingestão de verduras. Conclusão: Houve alta prevalência de sobrepeso/obesidade em mulheres na pós-menopausa, alto índice de sedentarismo e baixo consumo de micronutrientes. Também foi encontrado grande número de mulheres sobreviventes de CM. Estes achados são importantes para o estabelecimento de ações de intervenção nutricional que ajude no prognóstico e na prevenção de recorrência tumoral.

  16. Avaliação do efeito da educação nutricional na prevalência de sobrepeso/obesidade e no consumo alimentar de escolares do ensino fundamental Evaluating the effect of nutritional education on the prevalence of overweight/obesity and on foods eaten at primary schools

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia S. Fernandes

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito de um programa de educação nutricional na prevalência de sobrepeso/obesidade e no consumo alimentar de alunos da 2ª série do ensino fundamental. MÉTODOS: Amostra composta por 135 escolares de uma escola privada e uma pública de Florianópolis (SC, divididos entre os grupos com intervenção (n = 55 e sem intervenção (n = 80. Realizaram-se duas avaliações antropométricas e de consumo alimentar, antes e após a aplicação de um programa de educação nutricional. O programa foi composto por oito encontros quinzenais e abordou temas referentes à alimentação saudável, confecção de lanches adequados e atividade física. O diagnóstico nutricional foi obtido pelo índice de massa corporal para idade, de acordo com o Centers for Disease Control and Prevention, e os alimentos consumidos na escola foram classificados em permitidos ou proibidos pela Lei das Cantinas de Santa Catarina. Os dados foram analisados no Statistical Package for the Social Sciences, considerando como significativo p 0,05. Observou-se diminuição significante no consumo de suco artificial (p = 0,013, alimento proibido pela Lei, nas turmas com intervenção. Nas turmas sem intervenção, observou-se aumento significante no consumo de alimentos proibidos, como salgadinho industrializado (p = 0,021 e refrigerante (p = 0,031. Além disso, o cereal matinal, alimento apropriado para o lanche escolar, teve consumo reduzido (p = 0,039. CONCLUSÃO: Foram observadas melhorias em relação à qualidade dos alimentos consumidos pelos escolares após a aplicação do programa de educação nutricional, apesar de sua curta duração.OBJECTIVE: To assess the effects of a nutritional education program on the prevalence of overweight/obesity and on the foods eaten by schoolchildren in the 2nd grade of primary education. METHODS: The sample was made up of 135 schoolchildren, recruited from one private and one public school in Florianópolis, Brazil, and

  17. Avaliação do consumo alimentar de pacientes com mucopolissacaridose = Assessment of dietary intake of patients with mucopolysaccharidosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leite, Roberta B.

    2014-01-01

    Conclusões: Detectou-se alta frequência de inadequação no consumo alimentar de crianças e adolescentes com mucopolissacaridose. Algumas limitações osteoarticulares causadas pela doença acarretam problemas na ingestão de alimentos, tendo muitos pacientes necessidade de auxílio no ato de se alimentar. A conduta nutricional especializada poderá auxiliar na qualidade de vida e no prognóstico desses indivíduos

  18. Consumo alimentar e estilo de vida: um estudo longitudinal com estudantes universitários

    OpenAIRE

    Gabrielle Aparecida Cardoso

    2016-01-01

    A universidade é um local de aprendizagem no qual conhecimento acadêmico, social e cultural permeia a relação entre os estudantes, onde estes terão a oportunidade de vivenciar diferentes situações durante o curso. A maior preocupação é como esta experiência influenciará o estado nutricional com a possível mudança dos hábitos cotidianos, como abuso de bebidas alcoólicas, uso irrestrito de suplementos vitamínicos e alimentares e a alimentação inadequada. O consumo alimentar de universitários fo...

  19. Consumo energético-protéico e estado nutricional de crianças menores de cinco anos, no estado de Pernambuco, Brasil

    OpenAIRE

    Menezes,Risia Cristina Egito de; Osório,Mônica Maria

    2007-01-01

    OBJETIVO: Avaliar o consumo de energia e proteínas e associá-lo ao estado nutricional de crianças menores de 5 anos. MÉTODOS: Estudo transversal com 948 crianças menores de cinco anos, no Estado de Pernambuco. O consumo alimentar foi registrado utilizando o método recordatório de 24 horas. Para análise de energia e proteína foram utilizadas as Dietary Reference Intakes como referência, verificando-se o consumo mediano e a prevalência de inadequação. O estado nutricional foi avaliado utilizand...

  20. Associação entre diagnóstico de síndrome de ovários policísticos, estado nutricional e consumo alimentar em mulheres em idade fértil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiula Aparecida Brugge

    2017-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi comparar parâmetros da síndrome pré-menstrual (SPM de mulheres em idade fértil com e sem diagnóstico de SOP. Estudo transversal realizado por meio de um questionário contendo informações sociodemográficas, sintomas relacionados à SPM, dados antropométricos, de consumo alimentar e do diagnóstico clínico dicotomizado de SOP. Os resultados foram tabulados no Microsoft Excel® no programa estatístico SPSS 20.0. A pesquisa contou com a participação de 42 universitárias, selecionadas aleatoriamente, com idade média observada de 25,29 ± 6,56 anos. De acordo com o Índice de Massa Corporal 71,4% (n=30 estavam eutróficas. Quanto a presença de diagnóstico de SOP 50% (9n=21 apresentavam a síndrome e 71,4% (n=30 destas relataram utilizar contraceptivo oral. Observa-se no estudo, significância estatística (p<0,05 entre a insatisfação da imagem corporal das universitárias com e sem SOP, sendo esta insatisfação maior entre as que não possuem SOP. Durante o período menstrual observou-se maior consumo de cereais (95,5%, gorduras (71,4% e chocolates (52,4% pelas participantes que apresentam a SOP e de cereais (90,5%, hortaliças (66,7% e gorduras (61,9% consumidos pelas universitárias sem SOP. Nota-se relação positiva na presença de sintomas comuns na SOP que produz depressão, instabilidade emocional, dificuldade de concentração, dores de cabeça, edema e aumento de sono. Além de um maior consumo de alimentos mais calóricos especialmente o chocolate. ABSTRACT Association between polycystic ovary syndrome diagnosis, nutritional status and food consumption in fertile age women The aim of the study was to compare parameters of premenstrual syndrome (PMS in women of childbearing age with and without a diagnosis of PCOS. Cross-sectional study using a questionnaire containing demographic information, symptoms related to PMS, anthropometric data, food consumption and dichotomized clinical diagnosis of

  1. Influência do consumo alimentar e do padrão de atividade física sobre o estado nutricional de adolescentes de Piedade, São Paulo Influence of food intake and physical activity patterns on the nutritional status of adolescents from Piedade, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Cristina Enes

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os fatores dietéticos e de atividade física associados ao estado nutricional de adolescentes escolares. MÉTODOS: Estudo transversal com 105 adolescentes de ambos os sexos, idade de 10 a 14 anos, matriculados em escolas públicas de Piedade (SP. Foram coletadas informações sobre consumo alimentar (recordatório 24 horas, padrão de atividade física (atividades físicas e sedentárias e estado nutricional avaliado pelo índice de massa corporal. Consideraram-se insuficientemente ativos os adolescentes que praticavam menos de 300 minutos/semana de atividade física. Foram classificados como sedentários aqueles que dedicavam período de tempo igual ou superior a duas horas por dia a atividades passivas. Para identificar os fatores associados ao estado nutricional, recorreu-se à regressão linear múltipla. RESULTADOS: A prevalência de excesso de peso foi maior entre os meninos (17,9 versus 13,6%, pOBJECTIVE: To identify dietary and physical activity factors associated to the nutritional status of adolescent students. METHODS: Cross-sectional study of 105 adolescents of both genders, aged 10 to 14 years, studying at public schools in Piedade, São Paulo, Brazil. Data regarding food intake (24 hour recall, physical activity patterns (physical and sedentary activities and nutritional status measured by body mass index were collected. The adolescents were characterized as insufficiently active if physical activities were practiced for less than 300 minutes per week. They were considered sedentary if they spent two hours or more per day in passive activities. Multiple linear regression was performed to identify factors associated to the nutritional status. RESULTS: The prevalence of overweight was higher among boys (17.9 versus 13.6%, p<0.05 and 18.0% of the adolescents were considered insufficiently active. There was no association between dietary and nutritional status variables. A significant difference was observed only

  2. Prevalência de consumo alimentar entre hipertensos e diabéticos na cidade de Nova Boa Vista, Rio Grande do Sul, Brasil, 2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelli Destri

    Full Text Available Resumo OBJETIVO: descrever o consumo alimentar em uma população de hipertensos e diabéticos de uma cidade do sul do Brasil. MÉTODOS: estudo transversal descritivo, realizado na cidade de Nova Boa Vista-RS, Brasil, entre junho e setembro de 2013; dados sobre consumo alimentar foram coletados utilizando-se o questionário do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN, a adequação foi baseada no Guia Alimentar para a População Brasileira de 2008. RESULTADOS: foram incluídos 422 participantes (≥18 anos de idade; os alimentos que tiveram maior frequência de consumo recomendada foram salada crua (60,7%, frutas (73,0%, lácteos (61,4%, frituras (57,3%, salgados (66,4% e refrigerantes (76,3%; embutidos e doces foram os alimentos que tiveram maior frequência de consumo não recomendado, 34,8% e 23,9% respectivamente; a prevalência de consumo semanal recomendado de frutas foi 19% maior entre mulheres (p=0,004. CONCLUSÃO: o consumo alimentar na população do estudo parece estar de acordo com as frequências recomendadas, especialmente entre mulheres.

  3. Prevalência de compulsão alimentar periódica e avaliação do consumo alimentar de indivíduos com excesso de peso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Yhang da Costa Silva

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivo: Verificar a prevalência de compulsão alimentar periódica e avaliar o consumo alimentar de indivíduos com excesso de peso. Métodos: Trata-se de um estudo observacional, de caráter transversal, realizado com pacientes com IMC igual ou superior a 25Kg/m2, pertencentes à faixa etária de 20 a 59 anos, atendidos nas duas Unidades de Saúde da Família do centro da cidade de Quixeré-CE. A amostra consistiu de 100 pessoas. Foi realizada uma entrevista para triagem da compulsão alimentar periódica. Os participantes responderam a um questionário sobre aspectos socioeconômicos, foram submetidos a uma avaliação antropométrica (peso, altura e a ingestão alimentar foi avaliada com base em dois recordatórios alimentares. Resultados: Entre os entrevistados, 3% foram diagnosticados com CAP grave, 20% com CAP moderada e 77% não tinham Compulsão Alimentar Periódica. Pacientes com graus mais elevados de CAP apresentaram-se com maior excesso ponderal (p=0,03. Os entrevistados com a compulsão moderada e grave, em comparação àqueles sem CAP, mostraram ter um consumo alimentar maior e em desequilíbrio, em se tratando de qualidade de consumo alimentar, para calorias e fibras (p=0,000 e p=0,047, respectivamente. Conclusão: Um terço dos participantes apresentou algum grau de compulsão alimentar, relacionado com alteração de estado nutricional, destacando que os participantes com compulsão alimentar periódica moderada e grave apresentaram um padrão alimentar com mais calorias e menos fibra.

  4. Indo além : o uso do marketing alimentar e nutricional por uma rede de fast-food na Internet

    OpenAIRE

    Pereira, Maína Ribeiro

    2014-01-01

    Em um contexto de transição alimentar e nutricional, mas com um discurso cada vez mais preocupado com consumo mais saudável e sustentável, as empresas têm buscado se adaptar às exigências e aproveitar as novas oportunidades de mercado que valorizam o alimento mais saudável e que esteja relacionado a práticas ambientais sustentáveis e à qualidade de vida. Estratégias de marketing de alimentos que evidenciem esse tipo de consumo são desenvolvidas com o intuito de reposicionar as marcas à uma im...

  5. Avaliação da composição corporal e do consumo alimentar de nadadores adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Veroneze de Mello

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOIntrodução:A composição corporal e a alimentação de nadadores têm influência direta em seu desem-penho esportivo. Objetivo: Avaliar a composição corporal e o consumo alimentar de nadadores adolescentes.Métodos:Estudo transversal realizado com 15 nadadores adolescentes, de ambos os sexos, de um clube de São Paulo, Brasil. Aplicou-se um questionário de identificação e houve aferição de peso, estatura, circunferências corporais e dobras cutâneas. Para a avaliação do consumo alimentar foi aplicado um recordatório de 24 horas.Resultados:A maioria dos atletas apresentou percentual de gordura corporal adequado. Houve ingestão de suplementos alimentares por todos os nadadores. Observou-se elevado consumo de proteínas e baixa ingestão de carboidratos. As maiores prevalências de inadequação de micronutrientes foram para vitamina B9, iodo e cálcio.Conclusão:Os resultados sugerem a necessidade de intervenção nutricional nesse grupo de atletas.

  6. Estado nutricional e hábitos alimentares de dependentes químicos em tratamento ambulatorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isadora Borne Ferreira

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo Identificar o estado nutricional e hábitos alimentares de pacientes masculinos em recuperação de dependência química em acompanhamento ambulatorial de uma unidade de adição. Métodos Estudo transversal com 25 pacientes adultos em tratamento ambulatorial para dependência química. Foram aferidos parâmetros antropométricos (peso, estatura, circunferência da cintura e índice de massa corporal e de composição corporal (bioimpedância elétrica, e foram investigados hábitos alimentares (Questionário de Frequência Alimentar – QFA. As variáveis categóricas são apresentadas como frequências e percentuais e as variáveis contínuas, como média e desvio-padrão ou como mediana e intervalo interquartil. Resultados Observou-se índice de massa corporal médio de 27,73 ± 4,15 kg/m2, com prevalência de sobrepeso de 80% e obesidade de 8%. A média da circunferência da cintura foi de 96,60 ± 9,84 cm e a de percentual de gordura corporal, de 23,24 ± 6,44. A maior parte da amostra estudada [20 (80%] refere realizar quatro ou mais refeições por dia e 72% referiram aumento do consumo alimentar no período de abstinência. A preferência por alimentos específicos no período de abstinência foi relatada por 12 (48% pacientes. Em relação ao consumo de alimentos ultraprocessados, destaca-se o consumo diário de pão francês (68%, pães brancos de forma (16%, sucos artificiais (48%, refrigerantes (32%, queijo amarelo (36%, embutidos com alto teor de gordura (36% e balas e chicletes (32%. Conclusão Os resultados mostram prevalência elevada de sobrepeso e obesidade, além de medida de circunferência da cintura alterada, relato de aumento da ingestão alimentar e consumo diário e semanal elevado de alimentos ultraprocessados.

  7. Consumo alimentar e estresse em pacientes com síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Helena Fadini Reis Brunori

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:Avaliar se o consumo alimentar de pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA segue as recomendações nacionais e internacionais e se existe relação com níveis de estresseMétodo:Estudo transversal com 150 pacientes com SCA que foram entrevistados utilizando-se os Questionários de Frequência Alimentar e Escala de Estresse Percebido-10.Resultados:Consumo diário acima das recomendações: colesterol (92%, fi bras (42,7% e proteínas (68%; consumo abaixo das recomendações: potássio (88% e carboidratos (68,7%; consumo conforme recomendações: sódio (53,3% e lípides (53,3%. A maioria (54% com consumo alimentar inadequado era estressada ou altamente estressada. Houve associação estatisticamente signifi cante entre menor nível de estresse e maior consumo de fibras.Conclusão:Em pacientes com SCA, o consumo alimentar esteve fora do recomendado pelas diretrizes e o menor consumo de fibras ocorre concomitantemente com maior estresse. Esforços educativos podem instrumentalizar os pacientes na adequação do consumo alimentar e no controle do estresse.

  8. Análise nutricional e complementação alimentar de cesta básica derivada do consumo Nutritional analysis and complementation of a food basket derived of the consumption

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio A. J. Barretto

    1998-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A "cesta básica Dieese e Procon", originada de uma Pesquisa de Padrão de Vida e Emprego no Município de São Paulo, tem sido empregada como parâmetro para o acompanhamento de preços. Seria desejável que um instrumento econômico, utilizado com esta finalidade, correspondesse também a uma nutrição efetivamente saudável. Assim, foram analisados os níveis de adequação dos itens alimentares da cesta básica em relação às necessidades nutricionais de uma família-referência paulistana, e propostas técnicas de complementação dietética para sanar possíveis deficiências ou desbalanceamento. METODOLOGIA: Utilizou-se o Censo Demográfico do IBGE, de 1991, para se determinar a família-referência; adotaram-se dois terços das "Recommended Dietary Allowances" como parâmetro de necessidades nutricionais; e utilizou-se das tabelas de composição centesimal para verificação do aporte de nutrientes da cesta básica. Efetuou-se a complementação alimentar por meio de três diferentes métodos: Ad Hoc (proposta direta e fixa, Programação Linear (proposta via computador e sazonal, com ênfase na minimização de custos, Híbrido (uma combinação dos dois anteriores. RESULTADOS: Foram encontrados valores insuficientes para as vitaminas A, C, B2 e B6 e para os minerais Ca, Mg, Fe, Zn, I e Se; o percentual de lipídios no total calórico mostrou-se elevado. Entre as técnicas de complementação, o método Híbrido pareceu assimilar, mais eficientemente, os baixos custos e os hábitos dietéticos. DISCUSSÃO: Inferiu-se uma eventual correspondência entre os problemas nutricionais detectados na relação de itens da cesta básica e a chamada transição alimentar que se processa nos países em desenvolvimento. Não parece aconselhável que os riscos epidemiológicos associados a essa alteração nos padrões dietéticos sejam incorporados num instrumento econômico que tenha por finalidade mensurar os preços de uma

  9. PERFIL ALIMENTAR E ESTADO NUTRICIONAL DE CRIANÇAS NO PRIMEIRO ANO DE VIDA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisa da Silva Corrêa

    2016-11-01

    Full Text Available Resumo – O leite materno é a base alimentar do lactente, devendo ser oferecido de maneira exclusiva nos primeiros seis meses de vida e mantido até os dois anos de idade ou mais. O presente estudo teve como finalidade avaliar o perfil alimentar e estado nutricional de crianças no primeiro ano de vida. Para tal fim, foram captadas crianças de 0 a 12 meses atendidas na Clínica Escola de Nutrição da UFES/Alegre-ES. O perfil alimentar foi avaliado qualitativamente e o estado nutricional através das medidas de peso e comprimento, convertidos nos índices peso/idade, comprimento/idade e Índice de Massa Corporal/Idade. O estudo contemplou 34 lactentes com idade entre 10 dias e 1 ano, sendo 56% do sexo feminino. Verificou-se que 14,7% apresentavam risco de sobrepeso ou sobrepeso, 82,35% dos lactentes consumia leite materno exclusivamente ou com fórmula infantil, 66,6% das mães introduziram alimentos com 6 meses e 10% das crianças já havia consumido refrigerante, biscoito recheado e bolos artificiais no primeiro ano de vida. Faz-se necessária conscientização das mães quanto à introdução alimentar infantil. Palavras-chave: lactente, perfil alimentar, estado nutricional, aleitamento materno, introdução alimentar. Área do Conhecimento: Ciências da Saúde

  10. Novas perspectivas em educação alimentar e nutricional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Ionata de Oliveira

    2008-12-01

    Full Text Available A crescente ênfase na temática de educação alimentar e nutricional, decorrida da estratégia Fome Zero e da Política Nacional de Alimentação e Nutrição, bem como da mudança no perfil de morbi-mortalidade da população, tornou fundamental a reflexão sobre sua configuração enquanto ação governamental. Na estratégia Fome Zero, a educação alimentar e nutricional é prevista como ação estruturante, de tal sorte que a mesma configurou-se institucionalmente no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS tendo como perspectiva a promoção da segurança alimentar e nutricional. Dessa forma, a Coordenação responsável pelo desenvolvimento de ações educativas nesse Ministério promoveu duas oportunidades de reflexão: uma interna, que visava estabelecer o marco institucional da educação alimentar e nutricional no MDS, e a outra no Conselho Nacional de Segurança Alimentar, com o objetivo de subsidiar o grupo de trabalho de alimentação adequada e saudável. Dessas discussões surgiram importantes recomendações e estratégias como base para o desenvolvimento de ações educativas em alimentação e nutrição tanto para o governo como para a sociedade civil. Dentre essas recomendações, destacamos a importância de que as ações educativas sejam desenvolvidas no sentido de promover a autonomia dos indivíduos, a interdisciplinaridade e a transdisciplinaridade, respeitando as culturas alimentares e valorizando a história alimentar e a diversidade regional, ao mesmo tempo em que reconheçam os saberes populares e fomentem a biodiversidade local.

  11. Alimentação e diabetes mellitus: percepção e consumo alimentar de idosos no interior de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Andressa Gomes Barbosa

    2015-09-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o conhecimento sobre alimentação relacionada ao diabetes e identificar fatores que possam interferir na adesão à terapia nutricional e nas escolhas alimentares de participantes de um Centro de Convivência de Idosos em Sairé-PE. Métodos: Estudo quantitativo, transversal e descritivo com 39 frequentadores do referido centro, de julho a agosto de 2014, portadores ou não de diabetes mellitus. Aplicaram-se dois questionários para avaliar dados socioeconômicos, conhecimento alimentar e fatores culturais, e verificar o consumo de alimentos de alto e baixo índice glicêmico. Os dados foram analisados através do Programa Assistat versão 7.0 beta. Resultados: Observou-se que a maioria possui conhecimentos sobre tipos de alimentos que podem influenciar no tratamento de diabetes mellitus, pois 51,2% (n=20 disseram conhecer algum alimento que pode reduzir os riscos de acometimento ou auxiliar no tratamento do diabetes. A maioria disse ter adquirido esse conhecimento por meio de televisão (35%; n=7 e conversa com conhecidos (35%; n=7. Verificando o consumo alimentar, constatou-se maior consumo de alimentos com alto índice glicêmico. Porém, entre os diabéticos, viu-se que os alimentos de baixo índice glicêmico são consumidos mais vezes por semana. Conclusão: Considerou-se adequado o nível de conhecimento em relação à alimentação e diabetes, mas viu-se que fatores socioeconômicos e culturais podem interferir na adesão à dietoterapia ou nas escolhas alimentares dos indivíduos. Contudo, o consumo alimentar se mostrou mais adequado entre os diabéticos.

  12. ESCOLHAS ALIMENTARES E ESTADO NUTRICIONAL DE ADOLESCENTES EM ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. S. ZANCUL

    2008-11-01

    Full Text Available

    Os objetivos deste estudo foram identificar e analisar comparativamente preferências alimentares de alunos dentro das escolas de ensino fundamental no município de Ribeirão Preto (SP, avaliar o estado nutricional dos estudantes, segundo indicadores antropométricos, e discutir o espaço da escola como alternativa para a educação alimentar. Foram analisados, neste estudo, 401 adolescentes cursando de 5ª a 8ª séries de escolas das redes pública e privada. Os dados foram coletados por meio de um questionário adaptado previamente testado. Os estudantes foram também pesados e medidos e o programa Epi Info 2000 foi usado para a organização dos dados. Os resultados demonstram que 70% dos adolescentes compram alimentos na cantina da escola. Dentre os alimentos citados estão: salgados (61,4%, refrigerantes (22,3%, e balas (52,7%. A disciplina Ciências é a mais citada pelos alunos como aquela na qual os conteúdos sobre alimentação foram trabalhados. A classifi cação do estado nutricional dos estudantes, feita pelos percentis de acordo com o IMC para idade e sexo, verifi cou que 12,6% apresentam sobrepeso e 8,5% apresentam obesidade. A escola pode exercer um papel fundamental na promoção da educação nutricional, com objetivo de desenvolver atitudes e hábitos saudáveis. calories and no sugar versions.

  13. Consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARVALHO Cecilia Maria Resende Gonçalves de

    2001-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar o consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, realizou-se estudo transversal através de amostragem sistemática. A freqüência de consumo de alimentos expressa em dias por semana foi obtida mediante questionário administrado individualmente ao aluno. O estado nutricional foi avaliado pelo Índice de Massa Corporal, considerando com sobrepeso valores > ou = P85. Os resultados indicam prevalência elevada de risco para o sobrepeso (19,8% nos 334 adolescentes. Os meninos consumiram com maior freqüência alimentos energéticos (milho, manteiga, pizza, lasanha, sucos industrializados, refrigerantes e construtores (frango, ovos, leguminosas em relação às meninas (p < 0,05. Os adolescentes de 10 a 13 anos consumiram com maior freqüência milho, mel, açúcar, rapadura enquanto aqueles com idade entre 17 e 19 anos consumiram mais arroz, bolos, biscoitos, rosca, balas, goma de mascar, refrigerantes, frutas verde-amarelo.

  14. Consumo alimentar e fatores dieteticos envolvidos no processo saude e doenca de Nikkeis: revisao sistematica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Hitomi Tanabe

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar consumo alimentar e fatores dietéticos envolvidos no processo saúde e doença da população de nikkeis. MÉTODOS: Foi realizada revisão sistemática da literatura, com buscas nas bases de dados do Lilacs, SciELO e PubMed/Medline, referente ao período de 1997 a 2012, de estudos observacionais sobre o consumo alimentar de nikkeis. Inicialmente, foram analisados 137 títulos e resumos, sendo excluídos estudos de intervenção, aqueles que apresentavam somente níveis séricos de vitaminas e metabólitos e estudos que não contemplassem o objetivo da revisão. Desses, foram selecionados 38 estudos avaliados com base no método de Downs & Black (1998, adaptado para estudos observacionais, permanecendo 33 para análise. RESULTADOS: Foram encontrados poucos estudos sobre consumo alimentar de nikkeis fora do Havaí, dos Estados Unidos e do estado de São Paulo (principalmente em Bauru, no Brasil. Houve elevada contribuição dos lipídios no valor calórico total dos nipo-brasileiros, em detrimento dos carboidratos e das proteínas. Nos Estados Unidos, a prevalência de consumo de alimentos de alta densidade energética foi elevada em nipo-americanos. Os nisseis (filhos de imigrantes apresentaram, em média, maior consumo de produtos da dieta japonesa, enquanto os sanseis (netos de imigrantes apresentaram um perfil alimentar mais ocidentalizado. CONCLUSÕES: O consumo alimentar de nikkeis, embora ainda conservando alguns hábitos alimentares de japoneses nativos, revela alta prevalência de consumo de alimentos típicos do padrão ocidental (alimentos processados, ricos em gorduras e sódio e pobres em fibras, que pode estar contribuindo para o aumento de doenças crônicas nessa população.

  15. Associação entre estado nutricional, hábitos alimentares e nível de atividade física em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorene G. Coelho

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a relação entre estado nutricional, hábitos alimentares e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 661 escolares de 6-14 anos de idade, matriculados nas escolas públicas e privadas da área urbana da cidade. Um questionário semiestruturado foi aplicado para coleta das variáveis demográficas, socioeconômicas, antropométricas e nível de atividade física. Os escolares foram classificados segundo critérios para índice de massa corporal por idade, percentual de gordura corporal e nível de atividade física, respectivamente. Os dados dietéticos foram obtidos por meio de questionário de frequência alimentar validado e específico para crianças e adolescentes, a partir do qual o consumo alimentar foi avaliado segundo o Recommended Foods Score adaptado, cuja finalidade é a avaliação da qualidade global da dieta com enfoque no consumo de alimentos saudáveis. RESULTADOS: Elevadas frequências de excesso de peso segundo índice de massa corporal por idade (20,1% e percentual de gordura corporal (22,8%, bem como inatividade física (80,3%, foram observadas entre os escolares. Baixas pontuações no escore de consumo foram encontradas para 77,2% dos escolares. Não foi observada associação significativa entre o excesso de peso e inatividade física ou consumo alimentar (p > 0,05. CONCLUSÃO: Os escolares apresentaram elevada frequência de excesso de peso, que de forma isolada não foi associada a alta inatividade física e baixa qualidade da dieta. Assim, mais estudos devem ser realizados para identificar outros fatores além dos descritos que possam estar influenciando a presença do excesso de peso nessa população.

  16. Hábitos alimentares entre funcionários de banco estatal: padrão de consumo alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca Maria de Jesus Mendes da

    1999-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as condições de saúde dos funcionários de um banco estatal, no Estado do Rio de Janeiro, realizou-se estudo seccional em dois setores do banco, através de amostragem sistemática. Entre as condições de saúde, o perfil dos hábitos alimentares foi investigado mediante questionário de freqüência de consumo de grupos de alimentos, analisado por meio de medida-resumo (escore alimentar. Embora a maior parte da população apresente bons hábitos alimentares, os resultados confirmaram grande diferença entre os sexos: cerca de 60% dos homens apresentaram escores maiores do que a média da população (51,2, comparados a 45% das mulheres. Além disso, foi possível verificar que os homens, principalmente os mais jovens, consomem maior quantidade de alimentos com gordura saturada, sal ou açúcar, quando comparados às mulheres. Os achados indicam que a qualidade da dieta junto a outros hábitos e comportamentos, como tabagismo e sedentarismo, devem fazer parte de programas de promoção da saúde no ambiente de trabalho, visando controlar as doenças cardiovasculares e outros agravos.

  17. CONSUMO DE POLIFENÓIS E SUA ASSOCIAÇÃO COM CONHECIMENTO NUTRICIONAL E ATIVIDADE FÍSICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline da Silva Furlan

    Full Text Available RESUMO Introdução: Os benefícios que a atividade física pode agregar à saúde de seus praticantes são expressivos, principalmente quando associada à dieta orientada e à prevenção de possíveis danos ocasionados pela prática. Nesse contexto, os efeitos benéficos de compostos bioativos e nutracêuticos, como os polifenóis, têm mobilizado diversos estudos. Objetivo: Avaliar o consumo de polifenóis na dieta de praticantes de atividade física, associando-o ao conhecimento nutricional e ao tempo despendido nessa prática. Métodos: Este é um estudo quantitativo de caráter transversal. A amostra foi composta por 35 homens com média de idade de 27,9 anos, praticantes de atividade física em uma academia situada na cidade de São Leopoldo, RS, Brasil. Para a obtenção e análise dos dados foi realizado inquérito alimentar, questionário sociodemográfico e uma escala de conhecimento nutricional. Os polifenóis ingeridos na dieta foram quantificados utilizando-se o banco de dados Phenol-Explorer. As médias de polifenóis entre os grupos foram comparadas utilizando-se o teste t para amostras independentes. A normalidade dos dados referentes ao consumo de polifenóis foi testada pelo teste de Kolmogorov-Smirnov. Resultados: A média de tempo semanal despendido pelos indivíduos da amostra para a prática de atividade física foi de 291,7 ± 117,5 minutos, sendo aqueles que praticam por um período maior os que consomem mais polifenóis na dieta. Conclusão: Ao se analisar o consumo de polifenóis, observou-se que todos os participantes têm ingestão regular, porém em proporções inferiores à sugerida por alguns estudos. Quando avaliada a qualidade da dieta, verificou-se que a maioria consumiu frutas e vegetais, ainda que divergindo da falta de conhecimento adequado sobre a relevância nutricional desses alimentos.

  18. Mudanças no consumo alimentar e atividade física de escolares de Florianópolis, SC, 2002 - 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ferreira da Costa

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a mudança em cinco anos do consumo alimentar e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Estudo com amostra representativa (n = 4.168 de escolares de sete a dez anos de idade de Florianópolis, SC. Medidas do consumo alimentar e atividade física foram realizadas em dois estudos de base escolar em 2002 (n = 2.936; 51% meninos; idade média = 8,5 anos e 2007 (n = 1.232; 50,7% meninos; idade média = 8,6 anos, utilizando questionários ilustrados. O teste do qui-quadrado foi utilizado para avaliar a mudança no consumo de oito alimentos/grupos de alimentos, no atendimento às recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e no nível de atividade física (avaliado segundo os terços de distribuição do escore e o tipo de deslocamento para a escola. As análises foram realizadas segundo a rede de ensino. RESULTADOS: Houve redução da proporção de crianças que relatou o consumo de frutas, verduras e legumes, feijão, carnes, guloseimas, pizza, batata frita e refrigerantes. Maior proporção de escolares da rede privada atendeu às recomendações de restrição de consumo de refrigerantes, pizzas e batata frita, e de maior consumo de frutas, verduras e legumes, em ambos os estudos. Por outro lado, maior proporção de escolares da rede pública atendeu às recomendações para o consumo de carnes em 2007. Os valores medianos do escore de atividade física diminuíram em 2007. Em ambos os anos escolares da rede privada foram mais ativos. A proporção de escolares que se deslocou ativamente para a escola reduziu de 49% para 41% (p < 0,01. CONCLUSÕES: Houve redução no consumo de alimentos marcadores de dieta saudável (feijão, carnes/peixes, frutas, legumes e verduras e de alimentos de alta densidade energética e baixo valor nutricional (refrigerantes, guloseimas e pizza/batatas fritas. Também houve decréscimo da proporção de escolares que relataram deslocamento ativo para a escola.

  19. Consumo alimentar de beneficiários do programa Bolsa Família

    OpenAIRE

    Alan Giovanini de Oliveira Sartori

    2014-01-01

    A expansão do consumo de alimentos submetidos a elevado grau de processamento em países em desenvolvimento é notória. Em paralelo, observa-se o aumento na prevalência de excesso de peso e de comorbidades associadas. O fenômeno também tem sido observado em famílias consideradas pobres que recebem benefício financeiro de programa federal de transferência condicionada de renda. O objetivo geral foi analisar o consumo alimentar de beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF). Foi elaborado um si...

  20. Food Consumption and Iron Intake of Pregnant and Reproductive Aged Women Consumo alimentar e ingestión de hierro por mujeres embarazadas y en edad reproductiva Consumo alimentar e ingestão de ferro de gestantes e mulheres em idade reprodutiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Sayuri Sato

    2010-04-01

    alimentos, suplemento medicamentoso para gestantes y orientación nutricional para las mujeres en general.Comparar a prática alimentar e o consumo de alimentos fontes de ferro, naturais e fortificados, de mulheres em idade reprodutiva, gestantes ou não, constituiu o objetivo desta pesquisa. Estudo transversal, desenvolvido em um centro de saúde do município de São Paulo, envolvendo 61 mulheres, sendo 30 gestantes. Utilizou-se questionário de frequência de consumo alimentar e recordatório de 24h. As principais fontes naturais de ferro foram feijão e folhas verdes. Alimentos fortificados também tiveram participação importante. Houve pequena diferença estatisticamente significativa entre o consumo alimentar das gestantes e não gestantes. Observou-se inadequação do consumo de ferro, folato e cálcio nos dois grupos. As mulheres não gestantes atenderiam a demanda de ferro, considerando-se o adicional recomendado para a fortificação das farinhas, porém, as gestantes não. Há necessidade de estratégias combinadas: fortificação dos alimentos, suplementação medicamentosa para gestantes e orientação nutricional para as mulheres em geral.

  1. Patrones de consumo, estado nutricional y suplementos dietarios en el Muay Thai

    OpenAIRE

    Cañadas, Lucas

    2013-01-01

    El Muay Thai es un arte marcial tailandés considerado hoy uno de los mejores deportes de contacto en el mundo porque trabaja todas las extremidades del cuerpo, y permite un elevado desarrollo de la aptitud física, de concentración y la confianza. El objetivo del presente trabajo es determinar cuáles son los patrones de consumo alimentario, el estado nutricional y el consumo de suplementos dietarios en deportistas que practican la disciplina de Muay Thai en la ciudad de Mar del ...

  2. Evaluación nutricional de diferentes ensilajes para alimentar conejos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rigoberto Villa

    2016-12-01

    Full Text Available En la Granja Experimental Bengala de la Universidad del Quindío, ubicada en el municipio de Filandia, Quindío, se evaluó el valor nutricional de diferentes ensilajes para alimentar conejos, (pasto imperial Axonopus scoparius (Flüggé Kuhlm. mezclado con botón de oro (Ranunculus acris L., ramio (Boehmeria nívea L. y morera (Morus alba L.. Se valoraron cinco grupos de conejos conformados por cinco animales cada uno. El grupo de conejos alimentado con ensilaje de pasto imperial y botón de oro, fueron los que obtuvieron la mayor ganancia de peso 141g/semanal, mientras que los conejos alimentados con solo forrajes frescos, obtuvieron un peso promedio de 109g/semanal. Las fuentes nutricionales que mejor responden en la alimentación de conejos en su orden fueron: ensilaje de botón de oro, ensilaje de morera y ensilaje de ramio.

  3. O consumo alimentar de gestantes adolescentes no Município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barros Denise Cavalcante de

    2004-01-01

    Full Text Available O crescimento da gravidez na adolescência é visto com preocupação pela área de saúde pública. O consumo de alimentos que atendam a alta demanda de nutrientes durante a gestação tem sido identificado como um componente relevante. O objetivo do estudo foi conhecer o consumo habitual dos alimentos e de energia e nutrientes entre gestantes adolescentes. Foram entrevistadas 1.180 mães adolescentes em maternidades do Município de Rio de Janeiro e aplicado um Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar semiquantitativo simplificado. Os alimentos referidos por pelo menos 50% delas foram arroz, açúcar, manteiga, pão, feijão, leite, refrigerante, sucos, legumes e laranja. Observa-se um menor consumo de sucos, legumes e frutas entre as menores de 15 anos. No primeiro quartil de consumo, a ingestão mínima recomendada de energia, ferro, folato, vitamina C e cálcio não foi alcançada. Encontrou-se uma associação inversa entre o número de pessoas no domicílio e o consumo de energia e nutrientes. O relato de informação sobre alimentação no pré-natal e a informação de mudança de alimentação durante a gravidez esteve associado a um melhor consumo de energia e nutrientes. A atenção pré-natal mostrou-se como um cuidado fundamental para melhores resultados na gestação.

  4. Estado nutricional e práticas alimentares de trabalhadores acidentados Nutritional status and dietary practices of injured workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angélica Tavares de Medeiros

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o estado nutricional e as práticas alimentares de trabalhadores acidentados de Piracicaba, SP. MÉTODOS: Estudo transversal com 600 trabalhadores acidentados, atendidos em um dos 8 serviços especializados do município, entre maio e outubro de 2004. Foram caracterizados a situação socioeconômica, ocupacional, as práticas alimentares e o estado nutricional (peso, altura e circunferência de cintura, verificando médias e desvio-padrão. RESULTADOS: Os acidentados eram, fundamentalmente, homens (87,33%, operários (55,17%, com idade média de 33 anos. A maioria se inseria no mercado formal (84,17%, em turno diurno fixo (91,00%, e 55,33% possuía trabalho fixo. Aproximadamente a metade deles apresentou sobrepeso (28,26% ou obesidade (17,89%, sendo maior nos que referiam pouco esforço físico no trabalho (54,90%. Quase 1/3 dos trabalhadores tinha a circunferência da cintura aumentada, indicando risco cardiovascular. O benefício alimentação atendia a 85,33% dos entrevistados. Predominou, na rotina alimentar, a realização de duas grandes refeições, almoço (95,67% e jantar (94,83%; 24,16% não ingeriam o desjejum diariamente, e 37,50% consumiam alimentos entre as grandes refeições. O arroz e o feijão eram consumidos, diariamente, por 98,67%, as carnes por 90,33% e os farináceos por 81,50%. Os laticínios compunham a alimentação diária de 63,33% dos trabalhadores; 55,17% consumiam verduras e/ou legumes diariamente e 32,67%, frutas. Em contrapartida, 53,00% mencionaram consumo diário de doces e refrigerantes e 38,67% de frituras e salgadinhos. CONCLUSÃO: A alta prevalência de excesso de peso e os aspectos poucos saudáveis das práticas alimentares corroboram a tendência atual de aumento dessa doença, portanto, uma maior atenção a essas questões deve ser dada no tocante à vigilância à saúde dos trabalhadores.OBJECTIVE: To identify the nutritional status and dietary practices of injured workers of

  5. Sintomas de transtorno alimentar, insatisfação com a imagem corporal e consumo alimentar em meninas adolescentes de Florianópolis, SC

    OpenAIRE

    Souza, Lidiamara Dornelles de

    2012-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Florianópolis, 2012. Objetivo: Investigar a associação entre consumo alimentar, sintomas de risco para transtornos alimentares e insatisfação com a imagem corporal das adolescentes da rede de ensino fundamental e médio de Florianópolis, SC. Métodos: Estudo transversal, com 1052 adolescentes do sexo feminino das redes de ensino pública e privada de Florianópol...

  6. Desenvolvimento de espessante alimentar com valor nutricional agregado, destinado ao manejo da disfagia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Pagno

    2014-04-01

    Full Text Available A disfagia se caracteriza por uma disfunção no processo de deglutição, sinal prevalente de doenças degenerativas como esclerose múltipla e doença de Parkinson. Alimentos de textura modificada e bebidas espessadas são tradicionalmente utilizados no auxílio para o tratamento clínico da disfagia. Assim, este trabalho objetivou desenvolver uma formulação de espessante alimentar com valor nutricional agregado, e avaliar sua eficiência em diferentes alimentos líquidos (leite integral, sucos de maçã, uva e laranja, sob diferentes condições de tempo de preparo (10 e 120 minutos e 24 horas e temperatura ambiente (25°C e refrigerada (10°C. A formulação foi composta de concentrado proteico de soro, mix de vitaminas e minerais e goma guar como agente espessante. Os valores obtidos para a viscosidade mostraram diferença estatisticamente significativa (P<0,05 entre os tempos de espessamento, sendo que as viscosidades no tempo de 10 minutos e após 24 horas variaram, respectivamente, 58±3cP a 180±2cP na consistência de néctar; de 310±4Cp a 1084±3cP na consistência de mel e 844±14 a 2848±22cP na consistência de pudim. No entanto, a maioria das bebidas permaneceu dentro dos padrões internacionais sugeridos pela National Dysphagia Diet (NDD, para a consistência de alimentos destinados a pacientes disfágicos.

  7. Alimento de rua na agenda nacional de segurança alimentar e nutricional: um ensaio para a qualificação sanitária no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aída Couto Dinucci Bezerra

    2014-05-01

    Full Text Available O Brasil sediará a Copa do Mundo de 2014. Estamos preparados para oferecer alimentos seguros nas ruas? Este artigo tem como objetivo provocar a reflexão sobre alguns problemas que envolvem a comercialização da comida de rua, contribuindo, assim, para o fortalecimento do tema na agenda nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. O objeto de estudo inclui somente o comércio ambulante. Tomando o cuidado de não reduzir seu amplo conceito, destaca-se a importância da segurança higiênico-sanitária como um dos componentes da Segurança Alimentar e Nutricional. Nesta perspectiva, discute-se a confiabilidade dos registros oficiais de surtos relacionados à comida de rua; a higiene dos alimentos de rua em comparação com outros locais de consumo; e a qualificação das pessoas para modificar práticas inadequadas de manipulação de alimentos. Assim, a reflexão envolveu problemas da comercialização, essencial para a melhoria da quantidade e da qualidade da formação das pessoas que manipulam estes alimentos e para a implementação da Segurança Alimentar e Nutricional como promoção do Direito Humano a Alimentação Adequada, tornando urgente a inclusão do tema no calendário nacional de debates da saúde coletiva.

  8. Validação de fotografias de alimentos para estimativa do consumo alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rávila Graziany Machado de SOUZA

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Validar fotografias de um guia fotográfico de alimentos para estimativa do consumo alimentar. Métodos As fotografias de 12 alimentos (bolo simples, macarrão ao sugo, mamão formosa, melancia, repolho roxo ralado, quiabo refogado, churrasco em tiras, filé de frango grelhado, pudim de leite condensado, pizza, amendoim cru e queijo tipo minas, retratadas em três tamanhos de porções (pequena, média e grande, foram avaliadas por 90 indivíduos adultos. Foram também investigados o peso, a estatura e o sexo dos participantes. Para análise de concordância entre o tamanho da porção do alimento retratado nas fotos e o tamanho real do alimento, utilizou-se o teste Kappa. Os dados foram analisados no software Stata, considerando-se p 0,05. Conclusão As 12 fotografias apresentaram uma boa concordância com as porções dos alimentos e podem ser um instrumento útil para aumentar a acurácia dos relatos do consumo alimentar.

  9. Influência do consumo alimentar e uso de suplementos no desempenho de paratletas brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Rangel Barboza

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOIntrodução:Atletas de halterofilismo buscam aumentar sua força em relação ao peso corporal utilizando treinamento resistido e a nutrição como ferramentas para melhorar o desempenho. Apesar dos benefícios proporcionados por um adequado planejamento alimentar, muitos atletas utilizam estratégias inadequadas, manifestadas pela piora na composição corporal e no desempenho esportivo.Objetivo:Analisar o consumo energético e proteico e o uso de suplementos alimentares de paratletas a fim de avaliar a influência da estratégia dietética no desempenho.Métodos:Foram coletados dados pessoais, medidas antropométricas, informações referentes ao comportamento alimentar e da competição de 24 paratletas halterofilistas do sexo masculino.Resultados:A quantidade de calorias e as porções de macronutrientes consumidas pela alimentação foram em média 2.235,8 ± 694,92 kcal, 27 ± 11,55% proteínas, 46 ± 8,17% carboidratos e 27 ± 8,57% lipídeos. Dos atletas estudados, 87,5% relataram utilizar suplementos alimentares. Os atletas com maior índice de massa corporal (IMC apresentaram menor ingestão energética e proteica relativa, maior somatório de dobras cutâneas e desempenho similar a dos demais estudados.Conclusão:A estratégia utilizada pelos atletas de maior massa corporal não propiciou melhoria direta no desempenho e influen-ciou negativamente na composição corporal. Este fato deve-se provavelmente à falta de adequação entre dieta e suplementação.

  10. Tratamento nutricional da bulimia nervosa Nutritional therapy for bulimia nervosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marle dos Santos Alvarenga

    2010-10-01

    Full Text Available A bulimia nervosa é um transtorno alimentar caracterizado por compulsões alimentares e métodos compen-satórios recorrentes. Os pacientes apresentam ingestão alimentar inadequada e comportamentos alimentares disfuncionais. O adequado tratamento do transtorno requer uma equipe multiprofissional e terapia nutricional especializada. Compreender as características desse transtorno, os padrões de consumo e o comportamento alimentar, bem como atentar para as atitudes alimentares dos pacientes, é fundamental para o planejamento e para a adequada condução da abordagem nutricional. A terapia nutricional para esse transtorno é diferenciada, exigindo do nutricionista maiores habilidades de aconselhamento nutricional. Educação nutricional e acon-selhamento nutricional, com ênfase na abordagem de atitudes alimentares e insatisfação corporal, são o foco da terapia nutricional. Para o atendimento eficaz desses pacientes e o sucesso no tratamento nutricional, é importante que o profissional se mantenha atualizado sobre nutrição e transtornos alimentares e procure especialização e experiência nessa área do conhecimento.Bulimia nervosa is an eating disorder characterized by binge eating and compensatory behaviors. The patients present inappropriate food intake and dysfunctional eating behaviors. Proper treatment of this disorder requires a multidisciplinary team and specialized nutrition therapy. It is fundamental to understand the characteristics of this disorder, the intake patterns and the eating behavior, and be attentive to the eating attitudes of these patients to plan and conduct a nutritional approach properly. The nutrition therapy for this disorder is specific and demands greater skillfulness in nutrition counseling from the dietician. Nutrition therapy focuses on nutrition education and nutrition counseling, mainly addressing eating attitudes and dissatisfaction with body image. The professional must keep abreast on nutrition and

  11. Perfil nutricional e alimentar de portadores de HIV-1/AIDS internados em um hospital universitário = Nutritional and alimentary profile of HIV-1/AIDS patients admitted in a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kauffmann, Luanny Kaísa de Oliveira

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o perfil nutricional e alimentar de portadores de HIV-1, internados em um hospital universitário. Materiais e Métodos: Tratou-se de um estudo transversal, descritivo, no qual a população de estudo foi composta por 54 pacientes internados, de ambos os sexos, adultos, com faixa etária de 20 a 59 anos, acompanhados durante o período de Abril a Outubro de 2014, na Clínica de Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP, do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB/UFPA. Foi utilizado formulário próprio para o levantamento das características demográficas, socioeconômicas, antropométricas e dietéticas (QFA. Para verificar a as diferenças de médias foi realizada a análise de variância (ANOVA e o grau de associação entre as variáveis foi medido pela correlação de Pearson, estabeleceu-se como significância valor de p<0,05. Resultados: Prevalência do sexo masculino, os pacientes pertencem a um nível econômico baixo, apresentando também uma baixa escolaridade. O perfil nutricional encontrado nos pacientes, de acordo com os métodos de avaliação antropométrica (índice de massa corporal, prega cutânea tricipital, circunferência do braço e circunferência muscular do braço, apresentou predominância de desnutrição (55,5; 92,6; 79,6 e 55,5%; respectivamente, evidenciando déficit de massa magra e gordura corporal. Encontrou-se ainda significativa correlação linear do índice de massa corpórea com as outras medidas antropométricas compartimentadas. Quanto à ingestão dietética, verificou-se expressivo consumo de alimentos energéticos, significativo consumo de alimentos construtores e baixa ingestão de alimentos reguladores quando comparados ao recomendado. Conclusão: Observou-se que a maioria dos pacientes apresentou estado nutricional de desnutrição e o perfil alimentar, de modo geral, se caracterizou por prevalência de hábitos alimentares saudáveis

  12. A AGRICULTURA FAMILIAR E A CONSTRUÇÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL:A MULTIFUNCIONALIDADE COMO FATOR DE RESISTÊNCIA À INSEGURANÇA ALIMENTAR

    OpenAIRE

    Gomes Junior, Newton Narciso; Botelho Filho, Flavio Borges

    2008-01-01

    A discussão aqui apresentada, parte da noção de multifuncionalidade na agricultura familiar e argumenta sobre sua relevância na construção de mecanismos de resistência aos processos de fragmentação de práticas e hábitos alimentares em curso na atualidade e que comprometem a segurança alimentar e nutricional na sociedade.---------------------------------------------- In this paper are discussed, from the sphere of multifuncionality of the farm family, the importance of its aspects in the const...

  13. Efeitos do consumo de aditivos químicos alimentares na saúde humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciéli Aline Conte

    2016-06-01

    Full Text Available A industrialização de alimentos revolucionou a alimentação influenciada pelo grande crescimento populacional e pela grande urbanização apresentando vantagens em relação à durabilidade, praticidade e preço, mas também desvantagens quando relacionados à saúde. O objetivo deste trabalho é mostrar os efeitos que os aditivos alimentares provocam sobre a saúde humana. Este trabalho é uma revisão bibliográfica de literaturas nacionais e internacionais, em trabalhos de revisão, experimental e em seres humanos tendo como base de dados: Capes, Scielo, MedLine, PubMed, Google Acadêmico, Bireme, além de sites e livros da área de nutrição. Antioxidantes, corantes, conservantes, emulsificantes e outros aditivos alimentares, a medida que permitem maior durabilidade, cor, sabor, maciez, crocância e outras características aos produtos, por outro lado, provocam alergias diversas, principalmente para crianças, são potencialmente cancerígenos; precursores de mal de Parkinson; mal de Alzheimer; além de serem resistentes insulínicos, e hipertensivos. O consumo de alimentos processados/industrializados possui efeitos negativos sobre a saúde, principalmente relacionados à doenças crônicas não transmissíveis como a hipertensão, diabetes mellitus tipo II, cânceres e doenças desmielinizantes.

  14. Itens alimentares no consumo alimentar de crianças de 7 a 10 anos Food items in the food intake of children aged seven to ten years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Fragas Hinnigi

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os itens alimentares mais representativos para o consumo total de energia, carboidratos, proteínas e lipídios de crianças de 7 a 10 anos. MÉTODOS: Elaborou-se uma lista com todos os alimentos consumidos com suas respectivas quantidades e quantificou-se a composição da dieta em energia e macronutrientes. A lista foi baseada em informações fornecidas pelo preenchimento de três Diários Alimentares (DA por 85 escolares de 7 a 10 anos que frequentavam uma escola pública na cidade de São Paulo. Obteve-se o agrupamento dos alimentos em 129 itens, calculou-se o percentual de contribuição de cada item no consumo alimentar dos nutrientes e identificaram-se aqueles que contribuíram com até 95% da ingestão total de calorias e dos nutrientes selecionados. RESULTADOS: Os itens "Arroz branco, arroz à grega, arroz com legumes" e "Feijão marrom, preto, branco, lentilha" contribuíram de forma importante para o consumo de energia e carboidratos. O item "Leite integral fluido, leite integral em pó" foi representativo para o consumo de lipídios, além de proteínas e energia. Ressalta-se a importância no consumo em energia e carboidratos das bebidas doces (refrigerantes e sucos industrializados na dieta deste grupo populacional. CONCLUSÕES: É evidente a participação do arroz no consumo alimentar total de energia e carboidratos; do feijão em energia, carboidratos e proteínas; do leite em energia, proteínas e lipídios; carnes em energia, proteínas e lipídios; e pão em energia e carboidratos. Merece destaque a participação das bebidas doces no consumo total de energia e carboidratos e das guloseimas no consumo total de lipídios.OBJECTIVE: To describe the most representative food items regarding the total intake of energy, carbohydrates, proteins and lipids in children with ages between 7 and 10 years. METHODS: A list was prepared with all food intake and quantities, and the diet composition in relation to energy

  15. Consumo de aditivos alimentares e efeitos à saúde: desafios para a saúde pública brasileira Food additive intake and health effects: public health challenges in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Teixeira Polônio

    2009-08-01

    Full Text Available Este estudo visa a contextualizar por meio de uma revisão sistemática da literatura, os riscos acarretados pelo consumo de aditivos alimentares. Em relação aos resultados dos estudos associando o consumo de aditivos ao aparecimento do câncer, os efeitos adversos à saúde foram observados principalmente nos estudos em que a Ingestão Diária Aceitável (IDA foi excedida. Também apontou uma carência de pesquisas sobre o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade. Já em relação à hipersensibilidade não específica, o número de estudos foi significativo e os resultados mais consistentes quanto às manifestações clínicas de rinite, urticária e angioedema provocadas pelos aditivos, em particular pelos os corantes artificiais. As crianças aparecem como grupo vulnerável, em razão do consumo potencial de alimentos com aditivos alimentares, particularmente corantes artificiais. Os resultados indicam que estudos de consumo de aditivos alimentares deveriam servir de base para a elaboração de estratégias de vigilância alimentar e nutricional, com a finalidade de promover hábitos alimentares saudáveis.This study uses a systematic literature review to contextualize the risks associated with food additive intake. Studies comparing food additive intake and cancer showed that adverse health effects appeared when Acceptable Daily Intake (ADI was exceeded. The review also detected a lack of studies on attention deficit-hyperactivity disorder. There were more studies on non-specific hypersensitivity, highlighting such clinical manifestations as rhinitis, urticaria, and angioedema, all associated with food additives, particularly artificial colorants. Children are a vulnerable group as potential consumers of food additives, particularly artificial colorants. Studies on food additive intake should provide the basis for effective food and nutritional surveillance strategies, aiming to promote healthy eating habits.

  16. Bolsa Família: insegurança alimentar e nutricional de crianças menores de cinco anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Monteiro

    2014-05-01

    Full Text Available Estudo transversal descritivo de base populacional realizado no município de Colombo (PR. Os objetivos foram identificar a prevalência de insegurança alimentar das famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família e os fatores relacionados a essa condição, bem como descrever o estado nutricional das crianças menores de cinco anos. As análises de associação foram realizadas por meio do teste exato de Fischer. A amostra incluiu 442 famílias, das quais 168 com menores de cinco anos em sua constituição. Para avaliação da insegurança alimentar foi aplicada a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar e o estado nutricional das 199 crianças avaliadas foi determinado pelos índices estatura para idade, peso para idade e índice de massa corporal para idade, de acordo com os valores de referência da OMS 2006. A prevalência de insegurança alimentar foi de 81,6%. O excesso de peso e o déficit estatural entre as crianças coexistiram. A insegurança alimentar apresentou-se associada ao índice estatura para idade entre crianças menores de dois anos. A renda familiar per capita e as dívidas alimentares influenciaram significativamente a situação de insegurança alimentar familiar.

  17. Efectos de la información nutricional sobre la conducta de consumo de frutas y verduras en niños preescolares

    OpenAIRE

    Carolina De La Torre-Ibarra; Antonio López-Espinoza; Alma Galindo; Virginia Aguilera Martínez; Alma Gabriela Martínez; Claudia Patricia Beltrán-Miranda; Elía Valdés; Azucena Cárdenas

    2008-01-01

    El objetivo de este estudio fue analizar el efecto de la información nutricional sobre el consumo de frutas y verduras. Participaron 25 niños entre los 3 y 5 años, expuestos a alimentos con alto y bajo valor nutricional. Los niños fueron divididos en 2 grupos (piloto y experimental) y expuestos a 4 fases. El grupo experimental recibió información sobre hábitos alimenticios, valor nutricional de los alimentos y beneficios del consumo de frutas y verduras. Los resultados mostraron que ...

  18. Fatores de risco cardiovascular e consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Elisabete Hilgenberg

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é investigar a prevalência de fatores de risco cardiovascular e inadequações de consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira e a associação com sexo e ano de formação. Estudo transversal com 166 cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira, em Pirassununga – SP, entre junho e dezembro de 2013. Foram avaliadas medidas antropométricas, parâmetros bioquímicos e clínicos, nível de atividade física, tabagismo e consumo alimentar. Testes de Qui-Quadrado de Pearson ou Exato de Fisher foram utilizados. A prevalência de excesso de peso (IMC >25,0 kg/m2 foi de 29,7% nos homens e de 16,7% nas mulheres. Hipertensão arterial foi prevalente em 15,2% dos homens. Verificou-se hipercolesterolemia em 50,7% dos cadetes; 24,3% apresentaram valores elevados de lipoproteína de baixa densidade e, 11,2%, lipoproteína de alta densidade baixa. Houve associação entre tempo de permanência na Academia e lipoproteína de alta densidade baixa. Observou-se consumo elevado de gorduras saturadas (87,2% e de colesterol (42,7%. A ingestão inadequada de fibras foi verificada em 92,7% da amostra. Observou-se considerável prevalência de fatores de risco cardiovascular entre os cadetes, principalmente hipercolesterolemia e consumo alimentar inadequado.

  19. Consumo alimentar e gasto energético em adolescentes obesos e eutróficos Food consumption and energy expenditure in obese and non-obese adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Dayrell

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar, entre adolescentes obesos e eutróficos, variáveis relacionadas ao consumo alimentar e ao gasto energético. MÉTODOS: Estudo transversal com 23 adolescentes recrutados em escolas e centros de recreação de São Paulo (SP, distribuídos em dois grupos: 11 obesos e 12 eutróficos. Foram avaliados: peso corporal, estatura, índice de massa corporal, circunferência da cintura, massa magra e massa gorda (estimados por bioimpedância elétrica, três recordatórios alimentares de 24 horas, estimativa do gasto energético diário a partir de três métodos (recordatórios de atividade física, fórmulas preditivas e calorimetria indireta, gasto energético de repouso e a potência aeróbia. RESULTADOS: O gasto energético diário dos obesos foi maior, porém a ingestão alimentar se assemelhou à dos eutróficos. Não foram encontradas diferenças no gasto energético de repouso entre os grupos, porém a potência aeróbia foi maior nos eutróficos. A dieta de ambos os grupos não foi considerada saudável, mas os obesos apresentaram menor consumo de vários alimentos considerados saudáveis, como hortaliças. Observou-se discrepância na análise do gasto energético diário, quando se adotaram diferentes métodos. CONCLUSÕES: Os adolescentes apresentaram padrão alimentar associado ao risco de obesidade e doenças crônicas. Mais estudos são necessários para identificar melhores métodos para avaliar seu gasto energético. É urgente a busca de estratégias de educação nutricional específicas para esse grupo etário.OBJECTIVE: To compare food consumption and energy expenditure between obese and non-obese adolescents. METHODS: This cross-sectional study comprised 23 adolescents recruited from schools and recreation centers from São Paulo (SP, Brazil, distributed in two groups: 11 obese and 12 non-obese. The following variables were analyzed: body weight, height, body mass index, waist circumference, fat and lean mass

  20. Efectos de la información nutricional sobre la conducta de consumo de frutas y verduras en niños preescolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina De La Torre-Ibarra

    2008-01-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio fue analizar el efecto de la información nutricional sobre el consumo de frutas y verduras. Participaron 25 niños entre los 3 y 5 años, expuestos a alimentos con alto y bajo valor nutricional. Los niños fueron divididos en 2 grupos (piloto y experimental y expuestos a 4 fases. El grupo experimental recibió información sobre hábitos alimenticios, valor nutricional de los alimentos y beneficios del consumo de frutas y verduras. Los resultados mostraron que la información nutricional modificó la conducta alimentaria, ya que el consumo de alimentos poco nutritivos disminuyó. Sin embargo, el consumo de frutas y verduras no se incrementó. Los datos sugieren que la información nutricional influye en la adquisición de conductas alimentarias en niños preescolares, siempre y cuando incluya una duración y frecuencia adecuadas y sea reforzada en casa a través del modelamiento de los familiares.

  1. influência no consumo alimentar de crianças

    OpenAIRE

    Ribeiro, Ana Lúcia Cruz

    2013-01-01

    Trabalho Complementar apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de licenciada em Ciências da Nutrição A perceção de que hábitos alimentares adquiridos na infância e adolescência vão ter reflexos na idade adulta tem vindo a ser analisada ao detalhe pelas indústrias do ramo alimentar, que apostam nestas faixas etárias como grandes nichos de mercado. Para que o grande público tenha conhecimento dos produtos, a forma mais eficaz de os anuncia...

  2. Intake and feeding efficiency in feed-lot lambs Consumo e Eficiência Alimentar em Cordeiros Confinados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joadil Gonçalves Abreu

    2008-12-01

    Full Text Available The present experiment was carried out in order to evaluate the intake and feed efficiency in fed-lot sheep as function of the body weight (BW variation. Data from three experiments with 50 feedlot lambs maintained in individual metabolic cages and fed diets composed of 50:50 roughage:concentrate were used. The experiment lasted 120 days; every 21 days the animals were weighed and the dry matter intake and body weight change were daily done. The intake was determined by checking daily the feed offer level and orts. The increased in animals body weight incremented the dry matter intake in 30.8g/kg of body weight/day, but promoted reduction of 0.0318% when the intake was expressed as percentage of BW. In addition, the advance of body weight affected negatively the feed conversion (FC, where animals with BW of 30 kg showed estimated FC of 4.55 of dry matter/kg of BW gain, while animals with BW of 45 kg have would food conversion of 7.03 kg of DM/kg of BW gain.Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o consumo e a eficiência alimentar em ovinos confinados em função da variação no peso vivo (PV. Foram utilizados dados de três experimentos com cordeiros em confinamento, 50 animais no total, mantidos em gaiolas individuais para estudos de metabolismo, alimentados com dietas de relação volumoso: concentrado 50:50. Durante o experimento (120 dias, os animais foram monitorados quanto ao consumo diário de matéria seca e à variação de peso vivo, por meio de pesagens realizadas a cada 21 dias. O consumo foi determinado pelo monitoramento diário da oferta de alimento e das sobras. Com o do peso vivo dos animais aumentou o consumo de matéria seca em 29,38g/kg de PV/dia, mas promoveu redução de 0,0318% quando expresso em porcentagem do PV. Além disso, o avanço do PV afetou negativamente a conversão alimentar (CA, de modo que animais com 30kg de PV apresentaram CA estimada de 4,55kg de MS/kg de PV ganho, enquanto animais com peso

  3. CONSUMO ALIMENTAR E ATIVIDADE FÍSICA DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DA ÁREA DE SAÚDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Soar

    2012-06-01

    Full Text Available O estilo de vida de universitários pode contribuir para o aparecimento de doenças crônicas não transmissíveis. Hábitos alimentares não saudáveis e reduzida prática de atividade física durante o período da graduação frequentemente se mantêm após a formação universitária. O objetivo deste estudo foi analisar características da alimentação e da atividade física em universitários de uma instituição privada. Estudo transversal realizado por meio de entrevista sobre estilo de vida. Observou-se maior valor médio do índice de massa corporal e maior prevalência de sobrepeso no gênero masculino (p<0,05. Identificou-se que 64% da amostra não realizavam atividade física regular e que 70% entendiam conhecer a própria necessidade energética, contudo, somente 39% tinham o conhecimento correto sobre sua necessidade de consumo de energia. Conclui-se que a adequada caracterização do consumo alimentar e da prática de atividade física podem contribuir como ferramentas de auxílio na promoção de saúde desse grupo, pois servirão de base para elaboração de educação em saúde no meio universitário.

  4. Mudanças no consumo alimentar de mulheres do Município do Rio de Janeiro, Brasil, 1995-2005 Changing in dietary intake by women in the Municipality of Rio de Janeiro, Brazil, from 1995 to 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Alves Pereira

    2009-11-01

    Full Text Available Compara-se o consumo alimentar de mulheres de 35 anos e mais investigado em dois estudos transversais de base populacional desenvolvidos no Rio de Janeiro, Brasil, em 1995-1996 (n = 1.014 e 2004-2005 (n = 1.001. Utilizou-se questionário de freqüência do consumo de alimentos para estimar o consumo de alimentos e o índice de massa corporal (IMC = peso/estatura² para avaliar o estado nutricional. A prevalência da obesidade (IMC 30kg/m² aumentou no período de 10 anos (16,6% para 24%. O consumo de diversos alimentos com alta densidade energética sofreu incremento, como: biscoitos salgados, doces, bacon, lingüiça/salsicha e hambúrguer. Outros foram relatados com menor freqüência: manteiga/margarina, maionese, batata frita ou chips, e açúcar. Frutas, leite, feijão, raízes e tubérculos, e carnes tiveram redução do consumo. Mulheres com escolaridade elevada apresentaram maior redução no consumo de frutas e carnes. As mudanças na prevalência da obesidade parecem estar relacionadas com as modificações do consumo de alimentos e dependentes do grau de escolarização.This article compares food intake by women 35 years or older in two population-based cross-sectional studies in Rio de Janeiro, Brazil, in 1995-1996 (n = 1,014 and 2004-2005 (n = 1,001. Food intake was assessed with a food-frequency questionnaire, and nutritional status was defined according to body mass index (BMI = weight/height². Prevalence of obesity (BMI 30kg/m² increased in the ten-year period (16.6% to 24%. Many high energy density (kcal/g foods showed a statistically significant increase in the period, such as crackers, candies, bacon, sausage, and hamburger. Some high energy density items were reported less frequently: butter, mayonnaise, potato chips, and sugar. The intake of fruits, milk, beans, roots and potatoes, and meat decreased in the 10-year period. Women with more education showed a larger reduction in fruit and meat intake and a smaller reduction

  5. Consumo dietético de gestantes e ganho ponderal materno após aconselhamento nutricional Dietary intake of pregnant women and maternal weight gain after nutritional counseling

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliener de Souza Fazio

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: conhecer o consumo dietético de gestantes avaliando a ingestão de macronutrientes e micronutrientes, e verificar o ganho ponderal materno na gravidez. MÉTODOS: estudo retrospectivo do período de junho de 2002 a junho de 2008 com gestantes que receberam orientação nutricional durante pré-natal em hospital universitário, agrupadas de acordo com o estado nutricional antropométrico classificado pelo índice de massa corpórea (IMC pré-gestacional. O consumo dietético foi analisado pelas informações de entrevista de frequência alimentar realizada na primeira avaliação da gestante no serviço de nutrição, para obter os dados do hábito alimentar, calculando-se a ingestão de macronutrientes e micronutrientes. As gestantes receberam aconselhamento nutricional, e foi analisado o ganho ponderal materno na gravidez. RESULTADOS: do total de 187 gestantes que receberam orientação nutricional, 23 (12,2% eram de baixo peso, 84 (45,0%, eutróficas, 37 (19,8% com sobrepeso, e 43 (23,0%, obesas. As gestantes de baixo peso apresentaram menor consumo de lípides quando comparadas ao grupo com eutrofia (101,4 versus 137,3 g; p=0,043. A média do consumo de ferro foi maior nas gestantes eutróficas (14,6 mg/d quando comparadas às com sobrepeso (12,2 mg/d ou obesidade (10,9 mg/d; pPURPOSE: to determine the dietary consumption of pregnant women, by assessing the intake of macronutrients and micronutrients, and to verify the maternal weight gain during pregnancy. METHODS: a retrospective study conducted from June 2002 to June 2008 with pregnant women who received nutritional counseling during prenatal care at a university hospital, grouped according to anthropometric nutritional status classified by pregestational body mass index (BMI. The dietary intake was analyzed according to the information obtained in food frequency interviews, performed at the first evaluation of pregnant women in the service of nutrition to obtain data about

  6. Avaliação do consumo alimentar de crianças de 0 a 24 meses com cardiopatia congênita Assessment of food intake in infants between 0 and 24 months with congenital heart disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tais Cleto Lopes Vieira

    2007-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: As crianças com cardiopatia congênita geralmente são desnutridas e apresentam algum grau de comprometimento funcional e/ou estrutural dos orgãos. Existe, ainda, uma deficiência na ingestão de nutrientes, corroborada pelo controle hídrico, que limita o aporte nutricional de alguns cardiopatas. OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar de crianças com cardiopatia congênita internadas na Unidade de Pediatria Cardiológica de hospital-escola público. MÉTODOS: O consumo de alimentos e nutrientes foi calculado pelo consumo alimentar de três dias (método direto de pesagem e o cálculo das calorias e nutrientes foi feito pelo software Virtual Nutri. RESULTADOS: O consumo de calorias/kg peso, de proteínas diárias, de sódio e de vitamina A esteve dentro do recomendado (p BACKGROUND: Children with congenital heart disease are usually malnourished and present some degree of functional and/or structural impairment of organs. There is also deficiency in nutrient intake, due to the control of fluids required by some patients which restrains the nutrient intake of some cardiac children. OBJECTIVE: To assess the food intake of children with congenital heart disease hospitalized in the pediatric heart unit of a "Public Teaching Hospital". METHODS: The intake of food and nutrients was calculated based on the food consumed during three days (direct weighting method and the calories and nutrients were calculated using the Virtual Nutri software. RESULTS: The intake of calories per kilogram of body weight, of daily proteins, sodium and vitamin A was within the recommended levels (p < 0.05. However, the intake of daily calories, fats, fiber, potassium and iron was below the recommended levels (p < 0.05 and the intake of proteins per kilogram, carbohydrates, calcium and vitamin C was above the recommended levels (p < 0.05. CONCLUSION: Children with congenital cardiopathy have inadequate diets, and therefore, need nutritional guidance to foster

  7. Relação entre renda e consumo alimentar habitual de β-caroteno, vitamina C e vitamina E de crianças

    OpenAIRE

    de Paiva-Bandeira, Geovanna T; Rios-Asciutti, Luiza S; Rivera, Amélia A; Rodrigues-Gonçalves, Maria da Conceição; Pordeus-de-Lima, Rafaella C; Marinho-Albuquerque, Tarciane; de-Morais, Ronei Marcos; de Toledo-Vianna, Rodrigo Pinheiro; de-Oliveira, Adyla Farias; Teixeira-Lima, Roberto; de Carvalho-Costa, Maria J

    2011-01-01

    Objetivo Analisar a relação entre renda e consumo alimentar de b-caroteno, vitamina C e vitamina E em crianças na cidade de João Pessoa, Brasil. Método Foram avaliadas 183 crianças com idade entre 2 e < 10 anos, em uma amostra representativa estratificada por níveis de renda da população de João Pessoa. O instrumento de pesquisa consistiu de questionários que abordaram aspectos sócio-econômicos, demográficos, antropométricos e de consumo alimentar. Analisou-se os resultados com o software R, ...

  8. (In)segurança alimentar e nutricional em agricultores familiares e o uso da terra no município de Ibiúna, SP

    OpenAIRE

    Verônica Gronau Luz

    2014-01-01

    Resumo: INTRODUÇÃO O Brasil tem vivido modificação intensa no uso de suas terras, no bioma natural e na produção de alimentos. Atualmente, as políticas governamentais têm dois focos principais: o incentivo à produção de monoculturas, que garantem o sucesso do agronegócio, e a promoção e apoio à agricultura familiar, visando a garantia da segurança alimentar e nutricional - SAN. A utilização de agrotóxicos nas lavouras brasileiras aumentou junto à média anual de notificações de intoxicações oc...

  9. Etapas de cambio conductual y estado nutricional relacionado al consumo de frutas y verduras en escolares de Bogotá, Colombia: Estudio fuprecol

    OpenAIRE

    Cruz Thiriat, Rocío; Ramírez-Vélez, Robinson; Martínez-Torres, Javier; Correa-Bautista, Jorge Enrique

    2017-01-01

    RESUMEN Este trabajo se ha centrado en describir la relación de las etapas de cambio conductual frente al consumo de frutas y verduras con el estado nutricional en 1.922 escolares (54.3% mujeres) de Bogotá, Colombia. Se aplicó de manera autodiligenciada un cuestionario de cambio de comportamiento (CCC-FUPRECOL), y se calculó el IMC como marcador del estado nutricional. Nuestros resultados muestran que el 46,6% de las mujeres, y el 45,4% de los varones acusaron tener un cumplimiento diario de ...

  10. Consumo alimentar de mulheres sobreviventes de câncer de mama: análise em dois períodos de tempo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Alves de Carvalho Sampaio

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar o consumo alimentar de dois grupos de mulheres portadoras de câncer de mama atendidas em dois períodos distintos: 1999-2004 e 2005-2009. MÉTODOS: Estudo documental, com abordagem descritiva e comparativa. Foram coletados dados de identificação e de ingestão alimentar nas fichas de 154 pacientes portadoras de câncer de mama atendidas em serviços de referência de Fortaleza (CE: 66 no período de 1999-2004 e 88 no de 2005-2009. Foram considerados como integrantes do hábito os alimentos consumidos pelo menos quinzenalmente por, no mínimo, 50% das pessoas. Calculou-se a prevalência de consumo de alimentos, sendo os padrões dos dois períodos comparados pela aplicação dos testes Quiquadrado ou exato de Fisher, e adotouse p<0,05 como nível de significância. RESULTADOS: Os hábitos alimentares dos dois grupos foram semelhantes, exceto quanto ao maior consumo de leite e de cenoura e menor consumo de manga e caju, além de uma tendência ao aumento no consumo de óleo de soja, observada no grupo atendido mais recentemente. O aumento de leite e de cenoura pode configurar proteção contra a recidiva da doença, mas a redução do consumo das frutas citadas pode significar maior risco: aliás, foram baixas as prevalências de consumo de frutas e hortaliças pelos dois grupos de mulheres. CONCLUSÃO: Os achados apontam para uma lacuna na abordagem educativa das pacientes tanto no passado como na atualidade, o que comprova a necessidade de incentivar maior consumo e variedade de hortaliças e frutas e menor consumo de cereais refinados, gorduras, açúcar e refrigerantes.

  11. Educação alimentar e nutricional associada a oficinas culinárias com alunos em uma escola pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Rezende

    2015-12-01

    Atividades em Educação Alimentar e Nutricional (EAN visam práticas alimentares saudáveis. Objetivo: desenvolver ações extensionistas em EAN a escolares. Método: trata-se de pesquisa participante em cinco encontros, pela abordagem de alimentos-tema, princípios de nutrição e de medidas higiênicas. Realizaram-se oficinas culinárias e diálogos sobre os conhecimentos adquiridos. As falas foram analisadas em categorias. Resultados: os escolares demonstraram interesse pela culinária, auxiliaram nas preparações e na higiene da cozinha. Sobre as aversões a alimentos, houve superação ao degustarem os pratos elaborados. Os conhecimentos sobre alimentação e nutrição foram valorizados. Conclui-se que o grupo se constituiu agregador e facilitador nas atividades em EAN associadas a oficinas culinárias, contribuindo à formação dos escolares.

  12. Adolescentes modelos de passarela: como é o consumo alimentar deste grupo? Adolescent runway models: how is the food intake of this group?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandra Magna Rodrigues

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a adequação da ingestão de energia, macro e micronutrientes em adolescentes modelos de passarela. MÉTODOS: Estudo transversal de 33 adolescentes modelos e 33 não modelos, de 15 a 18 anos, pareadas por idade e índice de massa corpórea (IMC. A ingestão alimentar foi avaliada por meio de registro alimentar de três dias, sendo calculados os valores médios de energia, em kcal, os valores proporcionais dos macronutrientes em relação ao valor calórico total da dieta consumida, bem como os valores médios/medianos dos seguintes micronutrientes: cálcio, ferro, zinco, fósforo, magnésio, folato, vitamina D, vitamina C, vitamina A e vitamina E. RESULTADOS: Verificou-se que 24% das adolescentes do estudo apresentaram IMC abaixo dos valores mínimos para a idade. A média de ingestão de energia foi menor entre as modelos, em comparação às adolescentes não modelos (1.480,93±582,95 versus 1.973,00±557,63 kcal (p0,05. O consumo inadequado de micronutrientes como o cálcio, ferro, zinco, magnésio, fósforo, vitaminas lipossolúveis, folato e ácido ascórbico ocorreu em ambos os grupos. CONCLUSÕES: A baixa ingestão energética (kcal entre as modelos e a ingestão insuficiente de minerais e vitaminas alertam para que as agências de modelos comprometam-se com a saúde dessas adolescentes, garantindo um acompanhamento médico e nutricional.OBJECTIVE: To evaluate the adequacy of energy, macro and micronutrients intake in adolescent runway models. METHODS: This cross-sectional study enrolled 33 models and 33 non-models, with ages ranging from 15 to 18 years, paired by age and body mass index (BMI. Food intake was evaluated by a three-day food record. The average energy values were estimated in kcal, the proportional values of macronutrients as to the total caloric value of the consumed diet were also calculated, as well as the mean/medium values of the following micronutrients: calcium, iron, zinc, phosphorus, magnesium

  13. Programa Bolsa Família e segurança alimentar e nutricional no Brasil: revisão crítica da literatura The Bolsa Família cash transfer program and food and nutrition security in Brazil: a critical review of the literature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Minardi Mitre Cotta

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar criticamente os estudos que avaliaram os impactos do Programa Bolsa Família (PBF na promoção da segurança alimentar e nutricional no Brasil. MÉTODOS: Foram consultadas as bases de dados Biblioteca Cochrane, LILACS, Medline e SciELO, bem como os portais de organizações públicas. Foram selecionados os estudos que utilizaram dados primários e excluídos estudos baseados em dados secundários, artigos de revisão, estudos que não permitiram estabelecer uma associação entre PBF e segurança alimentar e nutricional, bem como os estudos que avaliaram a segurança do alimento no que se refere apenas à qualidade sanitária. RESULTADOS Foram selecionados 10 estudos, dos quais cinco concluíram que o PBF teve um impacto positivo na segurança alimentar e nutricional das famílias beneficiárias. Entretanto, três estudos constataram um aumento do consumo de alimentos de maior densidade calórica e baixo valor nutritivo. Essa mudança no hábito alimentar é um fator de risco para o desenvolvimento do sobrepeso, obesidade e das doenças crônicas não transmissíveis. CONCLUSÕES: A garantia de segurança alimentar e nutricional exige programas que contemplem tanto o combate à desnutrição quanto ao sobrepeso e à obesidade. Programas de distribuição de renda, como o PBF, podem contribuir mais efetivamente para o bem-estar nutricional dos beneficiários quando combinados com outros tipos de intervenções, como ações de promoção de alimentação saudável.OBJECTIVE: To critically review studies evaluating the impact of Bolsa Família (PBF, a federal cash transfer program, for food and nutrition security in Brazil. METHODS: The Cochrane Library, LILACS, Medline and SciELO databases were searched, as well as public organization websites. All studies based on primary data were selected. The following were excluded: studies using secondary data, review articles, studies that did now allow the establishment of associations

  14. Estado nutricional e consumo de energia e nutrientes de pré-escolares que frequentam creches no município de Manaus, Amazonas: existem diferenças entre creches públicas e privadas? Estado nutricional y consumo de energía y nutrientes de pre-escolares que frecuentan guarderías en el municipio de Manaus, Amazonas (Brasil: ¿existen diferencias entre guarderías públicas y privadas? Nutritional status and energy and nutrients intake of children attending day-care centers in the city of Manaus, Amazonas, Brazil: are there differences between public and private day-care centers?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Mendes Tavares

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar o estado nutricional e o consumo alimentar de crianças assistidas em creches públicas e privadas no município de Manaus, Amazonas. MÉTODOS: Foram avaliadas crianças entre 24 e 72 meses de duas creches públicas (n=217 e duas creches privadas (n=91 de Manaus. O estado nutricional foi classificado pelos índices peso para idade, peso para estatura, estatura para idade e índice de massa corporal (IMC para idade, em valores de escores Z. O consumo alimentar na creche foi avaliado pelo método da pesagem direta individual dos alimentos e, no domicílio, pelo registro alimentar de um dia aplicado aos responsáveis. Estimou-se a frequência de crianças com ingestão de nutrientes acima ou abaixo dos pontos de corte de Estimated Average Intake (EAR ou Adequate Intake (AI. RESULTADOS: Verificou-se maior frequência de crianças com excesso de peso nas creches privadas segundo os índices peso para estatura e IMC para idade. As crianças das instituições públicas, quando comparadas àquelas das privadas, consumiram mais gorduras poli-insaturadas, trans, ácido graxo ômega-6, vitamina C e sódio, e menos zinco. Em ambos os tipos de creches observaram-se consumo elevado de energia e proporção elevada de crianças com consumo de vitaminas A e C, zinco e sódio acima do limite superior tolerável de ingestão. A proporção de crianças com inadequação de consumo de cálcio foi maior nas creches públicas do que nas privadas (27,6 versus 7,9%; pOBJETIVO: Verificar el estado nutricional y el consumo alimentar de niños asistidos en guarderías públicas y privadas en el municipio de Manaus, Amazonas (Brasil. MÉTODOS: Se evaluaron niños entre 24 y 72 meses de dos guarderías públicas (n=217 y dos guarderías privadas (n=91 de Manaus. El estado nutricional fue clasificado por los índices peso para la edad, peso para la estatura, estatura para la edad e índice de masa corporal (IMC para edad, en valores de escores Z. El

  15. Hábito e consumo alimentar de estudantes do curso de Nutrição das faculdades de Montes Claros – Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júnia Karla Aquino

    2015-06-01

    Full Text Available Os hábitos alimentares se iniciam na infância, permanecem durante a vida adulta e sofrem modificações com a inserção do acadêmico na universidade devido às mudanças de seu cotidiano. O objetivo deste trabalho foi analisar o hábito e consumo alimentar dos acadêmicos do curso de Nutrição das Universidades de Montes Claros - Minas Gerais, por meio da aplicação do Questionário de Frequência Alimentar e ficha de anamnese. A amostra foi composta por acadêmicos do 1° e 2° período em um total de 64,0%; e do 7° e 8° período, 36,0%. Com idades até 24 anos, 78,0%; acima de 25 anos, 24,0%, de ambos os sexos. Quanto ao consumo dos grupos alimentares, os acadêmicos apresentaram inadequado consumo dos grupos de alimentos protetores à saúde: as frutas, legumes e verduras, leguminosas, carnes e ovos, leite e seus derivados. Finalmente, concluiu-se que apesar da população do estudo ser composta por acadêmicos do curso de nutrição, nem sempre o que se aprende na teoria é efetivado na prática, mesmo conhecendo os benefícios à saúde. Por isso é necessário aprofundar mais o debate sobre esse tema durante a formação dos nutricionistas e mostrar a importância de incorporar no seu cotidiano o aprendido sobre a alimentação saudável, visando uma melhor qualidade de vida

  16. Consumo alimentar de lactentes com fenilcetonúria em uso de aleitamento materno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline Siqueira Santos

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar a ingestão de calorias, fenilalanina, tirosina e proteína de lactentes com fenilcetonúria em uso de aleitamento materno. MÉTODOS: Um grupo de 39 crianças, com até 6 meses de idade, que fazia uso de aleitamento materno (grupo amamentado foi comparado a um grupo-controle que fazia uso de fórmula especial com baixo teor de fenilanina, por meio de um estudo de coorte histórico concorrente. Os grupos foram pareados por sexo e duração da amamentação. Foram revistos 719 recordatórios alimentares de pacientes do grupo amamentado e 628 do grupo-controle. Foi realizada avaliação antropométrica no início e no final do estudo. A análise da ingestão de nutrientes foi feita com a utilização dos programas Minitab e LogXact 4.0, e a avaliação antropométrica foi feita com a utilização do programa Epi Info 6.0. RESULTADOS: O grupo amamentado apresentou ingestão adequada de fenilalanina e tirosina e maior adequação de ingestão proteica e energética. A maioria das crianças dos dois grupos apresentou escore-Z dentro dos limites normais (Z ³-2, com evolução favorável dos indicadores estudados (peso/idade, estatura/idade, peso/estatura e perímetro cefálico. CONCLUSÃO: O aleitamento materno na fenilcetonúria proporcionou ingestão adequada de calorias, fenilalanina, tirosina e proteína. A chance de uma criança do grupo amamentado possuir recordatórios de 24h adequados de ingestão energética foi 10,64 vezes maior que a chance de uma criança do grupo-controle. Em relação à ingestão proteica a chance foi 5,34 vezes maior. O crescimento foi similar nos dois grupos.

  17. Transferência condicionada de renda e segurança alimentar e nutricional Conditional cash transfer programs and food and nutrition security

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciene Burlandy

    2007-12-01

    Full Text Available Este artigo analisa as interações entre programas de transferência condicionada de renda (TCR e a segurança alimentar e nutricional (SAN, a partir de uma revisão da literatura. Considera que a TCR impacta os gastos com alimentação, especialmente quando há dinamismo de mercado e os investimentos com outros bens que afetam o bem- estar nutricional das famílias, incluindo a demanda por educação e cuidados com a saúde. No entanto, o impacto no estado nutricional, especialmente no crescimento infantil, não é inequívoco, pois depende de outras ações que afetam este processo, tais como a disponibilidade de serviços de saúde; educação; saneamento; os custos das famílias para acessá-los; o tempo de implementação dos programas; o valor transferido; o tamanho das famílias, além das regras intrafamiliares de alocação de recursos. De igual modo, cabe analisar o processo de implementação dos programas uma vez que podem afetar (positiva ou negativamente os valores, relações e práticas sociais que contribuem para a conformação da pobreza e da SAN. A integração da TCR com outros programas é essencial para garantir seu impacto na SAN e o atual Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional constitui espaço estratégico para o planejamento integrado de políticas neste campo.This paper analyses the relationship between Conditional Cash Transfer (CCT programs and Food and Nutrition Security (FNS, based on a review of the literature. CCT programs spur outlays on food, particularly in dynamic markets, as well as investments in other goods affecting the nutritional wellbeing of families, including demands for healthcare and education. However, the impact on children's nutritional status and early childhood growth is not clear, as other factors also affect this process, such as: the availability of public services (healthcare; education; sanitation and the costs of accessing them; duration of the programs; transfer

  18. Utilização e cobertura do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natália Miranda Jung

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é descrever o percentual de utilização e a cobertura do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - Web (SISVAN-Web nas Coordenadorias Regionais de Saúde do Rio Grande do Sul em 2010 e verificar sua correlação com variáveis socioeconômicas, demográficas e de organização do sistema de saúde. Estudo ecológico que utilizou dados secundários do SISVAN-Web, Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A avaliação de utilização e cobertura restringiu-se aos dados de estado nutricional. Percentual de utilização refere-se ao número de municípios que alimentaram o sistema. Cobertura total foi definida como o percentual de indivíduos acompanhados pelo SISVAN-Web. Verificou-se que 324 municípios do RS alimentaram o aplicativo, correspondendo a um percentual de utilização de 65,3%. Observou-se em todas as CRS uma maior cobertura do sistema nas idades de 0 a 5 anos e 5 a 10 anos. Verificou-se relação significativa entre o percentual de utilização do SISVAN-Web e a cobertura da Estratégia de Saúde da Família (ESF em cada CRS. Os resultados deste estudo indicaram baixos percentuais de utilização e cobertura do SISVAN-Web no Rio Grande do Sul em 2010.

  19. Escores de consumo alimentar e níveis lipêmicos em população de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fornés Nélida Schmid de

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo alimentar avaliado por meio de escores de consumo e relacionar esses escores com os níveis de colesterol total e de lipoproteínas de baixa e alta densidades em população da área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no município de Cotia, São Paulo, em amostra representativa de 1.045 adultos, foram determinados níveis de lipídeos séricos e a ingestão de alimentos por meio da freqüência de consumo alimentar. Foram utilizados escores de padrão de consumo, estabelecendo um peso para cada categoria de consumo baseado na freqüência anual, obtendo-se, assim, a distribuição quintilar do escore I (alimentos considerados de risco para doenças cardiovasculares e escore II (alimentos protetores. Foram comparados os valores médios das lipoproteínas para cada um dos quintis pela análise de variância, e foram verificadas possíveis relações entre os escores de consumo e as frações de lipídeos séricos, mediante modelos de regressão linear múltipla (stepwise forward. RESULTADOS: Observou-se aumento significativo dos níveis médios de lipídeos, segundo quintis de consumo do escore I para colesterol total e para lipoproteína de baixa densidade-colesterol, e constatou-se um comportamento inverso e significativo dos níveis desses lipídeos séricos em relação ao escore II. O escore I correlacionou-se positivamente e significativamente a esses lipídeos, e o escore II apresentou correlação inversa e significativa com esses constituintes sangüíneos. CONCLUSÕES: Em estudos populacionais, a análise da freqüência de consumo de alimentos por meio de escores pode ser um método de escolha para avaliar qualidade de dieta e de seu potencial efeito nos níveis séricos de colesterol total e de lipoproteínas de baixa densidade.

  20. Escores de consumo alimentar e níveis lipêmicos em população de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélida Schmid de Fornés

    2002-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo alimentar avaliado por meio de escores de consumo e relacionar esses escores com os níveis de colesterol total e de lipoproteínas de baixa e alta densidades em população da área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no município de Cotia, São Paulo, em amostra representativa de 1.045 adultos, foram determinados níveis de lipídeos séricos e a ingestão de alimentos por meio da freqüência de consumo alimentar. Foram utilizados escores de padrão de consumo, estabelecendo um peso para cada categoria de consumo baseado na freqüência anual, obtendo-se, assim, a distribuição quintilar do escore I (alimentos considerados de risco para doenças cardiovasculares e escore II (alimentos protetores. Foram comparados os valores médios das lipoproteínas para cada um dos quintis pela análise de variância, e foram verificadas possíveis relações entre os escores de consumo e as frações de lipídeos séricos, mediante modelos de regressão linear múltipla (stepwise forward. RESULTADOS: Observou-se aumento significativo dos níveis médios de lipídeos, segundo quintis de consumo do escore I para colesterol total e para lipoproteína de baixa densidade-colesterol, e constatou-se um comportamento inverso e significativo dos níveis desses lipídeos séricos em relação ao escore II. O escore I correlacionou-se positivamente e significativamente a esses lipídeos, e o escore II apresentou correlação inversa e significativa com esses constituintes sangüíneos. CONCLUSÕES: Em estudos populacionais, a análise da freqüência de consumo de alimentos por meio de escores pode ser um método de escolha para avaliar qualidade de dieta e de seu potencial efeito nos níveis séricos de colesterol total e de lipoproteínas de baixa densidade.

  1. Consumo calórico, estado nutricional materno, y retraso del crecimiento intrauterino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martins Eliana Bender

    2003-01-01

    Full Text Available Para conocer la asociación entre el consumo de energía en el embarazo y el retraso del crecimiento intrauterino (RCIU, se llevó a cabo un estudio de caso-cohorte en tres hospitales de maternidad de la ciudad de México, entre enero y agosto de 1995. De un total de 4.000 partos que ocurrieron en este período, nos referimos en este estudio a los resultados de un análisis de 264 casos de RCIU y 892 controles. Se procedió a un análisis de regresión logística no condicionada, en el que también se ajustaron los factores maternos potencialmente proclives a la confusión. Para el total de los casos no se observó un efecto directo del consumo de energía en el RCIU (RM: 0,99; IC 95%: 0,99-1,00. Sin embargo, entre las mujeres que comenzaron el embarazo con un peso de 50 kilos o menos, el consumo de energía en relación a RCIU mostró una razón de momios de 2,31 (RM: 2,31; IC 95%: 1,59-3,36; para las mujeres primigestas de 1,72 (RM: 1,72; IC 95%: 1,18-2,51; en aquellas con antecedente de bajo peso al nacer de 3,54 (RM: 3,54; IC 95%: 1,93-6,46 y para aquellas que presentaron tensión arterial alta en el embarazo de 1,61 (RM: 1,61; IC 95%: 1,00-2,59.

  2. Mediações e midiatização do consumo alimentar: #taeq e tendência da saudabilidade na rede

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Silva de Souza

    2018-01-01

    Full Text Available Na perspectiva das tendências do consumo alimentar conforme Madi et al (2010, observamos os modos como as cinco tendências globais da alimentação (sensorialidade, saudabilidade, sustentabilidade, praticidade e confiabilidade comportam-se na circulação midiática nas redes. Aqui apresentamos os resultados quanto à tendência da saudabilidade, a partir da observação das interações em torno da marca Taeq, por meio da hashtag #taeq na rede social Instagram.

  3. Métodos de avaliação do consumo alimentar de gestantes: uma revisão Review of methods of dietary assessment during pregnant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Labronici Bertin

    2006-01-01

    Full Text Available As alterações fisiológicas causadas pela gravidez modificam as necessidades nutricionais e a ingestão alimentar de gestantes. A utilização correta de instrumentos que proporcionem o conhecimento do consumo alimentar no decorrer deste ciclo de vida torna-se relevante por permitir diagnosticar possíveis carências e excessos nutricionais. O objetivo da investigação foi realizar uma revisão bibliográfica sobre métodos de avaliação do consumo alimentar de gestantes. Os estudos analisados foram selecionados em bases eletrônicas de dados e publicados no período de 1994 a setembro de 2004, no Brasil e no exterior. Este artigo procura descrever e analisar os distintos métodos e os principais resultados dos estudos sobre determinação do consumo alimentar de gestantes, entre os quais destacam-se: recordatório de 24 horas (R24h, registro alimentar, questionário de freqüência de consumo alimentar e história alimentar. Os resultados apontam que o R24h foi o método mais freqüente, entretanto, seu uso muitas vezes não ultrapassa dois dias de investigação e nem leva em consideração finais de semana. A preferência por esse método está associada a sua praticidade e custo/benefício. Pode-se concluir que para obtenção de resultados seguros, a escolha do método e do desenho do estudo deve estar sempre relacionada com os objetivos da pesquisa.Physiological pregnancy changes impact nutritional needs and food intake. The adequate use of tools providing knowledge of food consumption during this life cycle is relevant because it enables the diagnosis for possible nutrition deficits and excesses. The objective of the survey was to perform a bibliographic review on food intake assessment methods during pregnancy. The literature reviewed was selected from an electronic database published between 1994 and September 2004 in Brazil and abroad. This article aims at describing and assessing the different methods and main results of studies

  4. Sistema de vigilância alimentar e nutricional: frustrações, desafios e perspectivas Food and nutritional surveillance system: frustrations, challenges and perspectives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bertoldo K. G. de Arruda

    1992-03-01

    Full Text Available O autor refere o valor da vigilância alimentar e nutricional, as frustrações decorrentes da sua implementação, os desafios que se apresentam ao desenvolviemnto do Sisvan, analisando-os em várias dimensões - política, técnica, organizacional, operacional e social - e as perspectivas surgidas com a valorização, ultimamente, dos aspectos nutricionais como referencial obrigatório das políticas sociais e econômicas. Um ponto enfatizado é ser a vigilância uma atividade de natureza eminentemente local, que encontra respaldo nas propostas de descentralização, que se concretizam na municipalização dos serviços de saúde.The author reports the importance of food and nutritional surveillance, the frustations experienced during its implementation, and challenges faced in the development of Sisvan, analysing their varions dimensions - political, technical, organizational, operational and social - as well as recent perspectives generated by the recognition of nutritional aspects as a mandatory reference for social and economic policies. Emphasis is given to surveillance as a basically local activity in nature, supported by decentralization proposals which are materialized in the municipalization of health services.

  5. Hábitos alimentares e estado nutricional de doentes com problemas ligados ao álcool, antes e após consulta num Centro de Desintoxicação Alcoólica : trabalho de investigação : dietary habits and nutritional state of patients with alcohol-related problems, before and after a consultation in a Centre for Alcohol Detoxification

    OpenAIRE

    Dias, Delphine Oliveira

    2008-01-01

    Resumo da tese:Objectivo: Caracterização de uma amostra de doentes com problemas ligados ao álcool, quanto ao estado nutricional e hábitos alimentares, antes e após uma consulta num centro de desintoxicação alcoólica. Métodos: A amostra era constituída por 69 indivíduos do sexo masculino e 14 do sexo feminino, que foram sujeitos a duas avaliações, uma associada ao consumo excessivo de álcool e outra, associada ao período de abstinência alcoólica. A avalição consistiu na recolha de dados antro...

  6. Taxa de adequação (ingestão/requerimento de energia como indicador do estado nutricional das famílias: uma análise crítica dos métodos aplicados em pesquisas de consumo de alimentos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauricio Teixeira Leite de Vasconcellos

    Full Text Available O artigo discute os problemas associados ao uso da taxa de adequação de energia como um indicador do estado nutricional, em estudos populacionais derivados de pesquisas domiciliares de consumo de alimentos. Para tanto, descreve o tratamento dos dados de consumo alimentar para estimar a ingestão familiar de energia e compará-la entre famílias, e com os requerimentos da família para determinar a taxa de adequação familiar de energia. O artigo discute, também, uso das recomendações internacionais sobre os requerimentos humanos de energia e suas limitações decorrentes da não-consideração das condições não-alimentares, dos mecanismos de adaptação, da inadequação das estimativas da taxa metabólica basal e da insuficiência de informações para avaliar o gasto energético das atividades físicas não-laborais nas pesquisas domiciliares consideradas. Para exemplificar aspectos da discussão desenvolvida, os dados do Estudo Nacional da Despesa Familiar (ENDEF realizado pelo IBGE, em 1974-1975, são usados. O artigo conclui que o uso principal da taxa de adequação é na identificação das famílias que sofrem de restrição alimentar.

  7. HIPERSENSIBILIDADE ALIMENTAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    AURELUCE DEMONTE

    2007-01-01

    Full Text Available Uma grande multiplicidade de fatores caracteriza o tópico hipersensibilidade alimentar. Pela análise da literatura compilada fatores nutricionais, imunológicos e estereoquímicos interagem no quadro clínico de reações adversas, que incluem o envolvimento cutâneo (urticária, exantema, gastrointestinal (náuseas, vômitos, diarréia e respiratório (broncoespasmo, rinite. Estudos da capacidade imunogênica de preparações protéicas, química de proteínas e vias de administração para suporte nutricional devem ser incentivados, para que possa haver resoluções clínicas efetivas para alergias alimentares.

  8. Segurança alimentar e nutricional: a produção do conhecimento com ênfase nos aspectos da cultura Feeding and nutritional security: the construction of knowledge with emphasis on cultural aspects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Soares de Freitas

    2007-02-01

    Full Text Available Este ensaio sobre segurança alimentar e nutricional tem como objetivos enfatizar a importância dos aspectos culturais para avaliar políticas de alimentação e nutrição, e contribuir com o debate nos centros de ensino interessados em pesquisas sobre o tema. A estrutura desse objeto envolve diversas disciplinas, inclusive as que se referem ao direito e à cultura. Fez-se a revisão da bibliografia pertinente para contextualizar a problemática da segurança alimentar e nutricional nas esferas macro e micro social. Também, foram analisados documentos oficiais e realizadas reflexões a partir de estudos antropológicos e exemplos de situações interligadas ao assunto, na expectativa de sedimentar algumas noções conceituais que contemplem aspectos da cultura, para enriquecer a avaliação de políticas sociais sobre segurança alimentar e nutricional. Destacou-se a abordagem antropológica para desvendar os significados da fome crônica, um dos efeitos mais perversos da insegurança alimentar. Concluiu-se que a compreensão dos aspectos culturais cria uma nova perspectiva analítica para estudos da eficácia da segurança alimentar e nutricional, para além do campo explicativo e normativo do modelo biomédico.This essay on food safety stresses the importance of cultural aspects in assessing food and nutrition policies. It thus intends to contribute to topic discussions in educational centers interested in research on this issue. Such an objective involves various disciplines, including those concerned with law and culture. A bibliographical review was carried out in order to contextualize food and nutritional safety problems within the macro and micro-social spheres. Anthropological studies, the analysis of official documents and sample situations related to the subject were considered in an attempt to strengthen concepts comprising cultural aspects in order to improve the evaluation of social policies on nutritional and food safety. The

  9. Análise do consumo alimentar em indivíduos com síndrome de Down da região metropolitana de Porto Alegre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciéle Gomes da Silva

    2017-04-01

    Full Text Available A síndrome de Down (SD, também conhecida como trissomia do cromossomo 21 é uma das principais causas de deficiência intelectual da população. Possuem características como protusão lingual, dificuldade de mastigação, diminuição da saliva e constipação, ainda apresentam uma grande prevalência de sobrepeso e obesidade. Objetivos: avaliar o consumo de alimentos industrializados, fontes de gorduras saturadas e trans, através de questionário de frequência alimentar (QFA em pessoas com síndrome de Down. Método: foi realizado um estudo transversal, de caráter qualiquantitativo, com indivíduos portadores de SD, de ambos os sexos, de 0 a 52 anos que frequentam as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs de três cidades da região metropolitana de Porto Alegre. Os dados foram coletados através de um QFA elaborado pelas autoras e respondido pelos responsáveis. As análises foram processadas no programa estatístico SPSS versão 21.0. Resultados: foram entrevistados 33 indivíduos, sendo que 57,6% do total da amostra encontrava-se na faixa etária da primeira infância, dos zero aos 10 anos. O leite integral, sucos industrializados e frios e embutidos foram os alimentos com maior porcentagem de consumo diário. O consumo de refrigerantes foi de 42,4% entre uma e duas vezes por semana e 54,5% consomem carne de gado de três a quatro vezes por semana. Mais de 20% dos participantes relataram o consumo de frituras como frango frito e polenta ou aipim frito e ovo frito de uma a duas vezes na semana. Considerações finais: o consumo dos alimentos estudados é presente nessa população, apesar de poucos apresentarem frequência de consumo diária. Ainda assim os hábitos alimentares devem ser melhorados uma vez que já existe uma propensão para o aumento de peso na síndrome de Down.

  10. Efeito de um programa misto de intervenção nutricional e exercício físico sobre a composição corporal e os hábitos alimentares de mulheres obesas em climatério The effects of a mixed program of nutritional intervention and physical exercise on body composition and feeding habits of obese climacteric women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia de Assunção Monteiro

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Foi avaliar o efeito de programa misto de intervenção nutricional e exercício físico sobre a composição corporal e hábitos alimentares de mulheres obesas em climatério. MÉTODOS: Trabalhou-se com 2 grupos de 15 pessoas por 40 semanas: Grupo Dieta (intervenção nutricional e Grupo Exercício (intervenção nutricional e exercício. RESULTADO: As reduções do peso (-2,3kg para Grupo Dieta e -5,3kg para o Grupo Exercício e da circunferência da cintura (-4,8cm para Grupo Dieta e -7,6cm para Grupo Exercício, foram maiores para o Grupo Exercício. Foi verificada evolução positiva na classificação do Índice de Massa Corporal para ambos os grupos, sendo que o Grupo Exercício respondeu melhor ao tratamento. O padrão alimentar foi considerado monótono e com baixo consumo de alimentos regionais. CONCLUSÃO: O programa foi efetivo para perda de peso, em maior intensidade na presença de exercício. A educação alimentar proposta foi capaz de acarretar mudanças nos hábitos alimentares.OBJECTIVE: The effects of a mixed program of nutrition intervention and physical exercise on body composition and feeding habits were evaluated in obese climacteric women. METHODS: Thirty participants were randomly assigned in 2 groups during 40 weeks: Diet Group (nutritional intervention and Exercise Group (nutritional intervention and exercise. RESULTS: Weight reductions (Diet Group 2,3kg/Exercise Group -5,3kg and waist circunference (Diet Group -4,8cm/Exercise Group 7,6cm were greater in Exercise Group. A positive evolution was noticed in the Body Mass Index in both groups, with Exercise Group having better answer to treatment. It was observed a monotonous feeding pattern and low compliance to the consumption of regional typical foods. CONCLUSION: We concluded that the program was effective for weight loss at a higher intensity in the presence of exercise and the feeding education was able to modify the feeding habits.

  11. Consumo de yodo, estado nutricional y situación socioeconómica en dos comunidades con diferente altitud sobre el nivel del mar

    OpenAIRE

    Bastardo de Castañeda, Gladys; Quintero de Rivas, Yurimay del Valle; Angarita R., Coromoto E.; Acero, Carmen; Barrera, Orgleis; Castañeda, Gabriel; Carrero, Alejandro; Rivas, José Gregorio

    2017-01-01

    Objetivo: Evaluar el consumo de yodo, el estado nutricional y la situación socioeconómica en escolares de Nueva Bolivia y El Playón, dos zonas andinas con diferente altitud sobre el nivel del mar del Estado Mérida, Venezuela. Métodos: Estudio de corte transversal. Participaron 162 escolares. Se determinaron la hormona estimulante del tiroides (TSH), tiroxina libre (T4L), triyodotironina libre (T3L) séricas y la cantidad de yodo en la sal. La evaluación dietética se realizó mediante una enc...

  12. Avaliação do consumo alimentar de crianças brasileiras assistidas em creches: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dixis Figueroa Pedraza

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivos: levantar evidências sobre o perfil do consumo alimentar de crianças brasileiras assistidas em creches. Métodos: foi realizada uma busca por estudos observacionais nas bases de dados PubMed, LILACS e SciELO. Foram selecionados artigos publicados entre 1990 e 2013, utilizando os termos “food consumption” AND “child day care centers”. Resultados: foram identificados 58 artigos, dos quais 21 artigos foram considerados relevantes para o presente trabalho: 18 estudos transversais e três longitudinais. A sistematização dos estudos destaca: i a concentração geográfica no Sudeste do país; ii a apropriação da pesagem direta de alimentos e dos valores de referência das Dietary Reference Intakes na avaliação do consumo de alimentos; iii um panorama preliminar, com ênfase no Sudeste, do consumo deficitário de legumes, frutas e vegetais, e da inadequação da ingestão dietética de ferro; iv a restrição dos resultados à ingestão média devido à insuficiência do uso de métodos apropriados ao estabelecimento de padrões alimentares. Conclusões: apesar da escassez e dispersão espaço-temporal dos estudos, as semelhanças metodológicas possibilitam sugerir um panorama em que predomina a ingestão dietética deficitária do grupo de frutas, legumes e verduras, e de alimentos ricos em ferro; bem como a ingestão excessiva de alimentos protéicos e de alto teor de sódio.

  13. Evolução nutricional de pacientes com transtornos alimentares: experiência de 30 anos de um Hospital Universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphaela Fernanda Muniz Palma

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a evolução do estado nutricional e dos parâmetros bioquímicos de pacientes com anorexia nervosa e bulimia nervosa internados para tratamento durante seguimento em serviço especializado. MÉTODOS: Foram revisados todos os prontuários dos pacientes em seguimento pelo serviço de 1982 a 2011, que foram internados para tratamento. Dados sociodemográficos, peso, altura e exames bioquímicos foram coletados no início e final da internação. RESULTADOS: No período referido, 83 pacientes com diagnóstico de anorexia ou bulimia nervosa foram internados para tratamento. A maioria era do sexo feminino (95,2% raça branca (94,0%, solteira (76,0% e sem filhos (78,3%. O diagnóstico predominante foi de anorexia nervosa (85,5%, sobretudo em seu tipo restritivo (54,2%. O índice de massa corporal médio dos pacientes adultos (n=41 evoluiu de 16,53±4,9 para 17,47±4,3kg/m² (p<0,05. Para as crianças e adolescentes (n=38, passou de 13,78±2,57 para 15,11±2,99kg/m² (p<0,05. Os valores médios da maioria dos parâmetros bioquímicos estavam dentro do limite da normalidade e, apenas o betacaroteno, manteve-se em níveis médios acima da normalidade no início e final da internação. Os valores de albumina, hematócrito, lipoproteína de alta densidade e potássio melhoraram ao final da internação (p<0,05. CONCLUSÃO: A hospitalização integral, apesar das dificuldades e da complexidade inerentes ao tratamento dos transtornos alimentares, considerando-se principalmente a resistência frente à recuperação do peso, pode proporcionar melhoria no estado nutricional e normalização de diversos parâmetros bioquímicos.

  14. Segurança alimentar e nutricional: uma análise da situação da descentralização de sua política pública nacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Beatriz Pinto de Almeida Vasconcellos

    2018-03-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi analisar a situação da descentralização do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN, criado no ano de 2006, pela Lei Orgânica da Segurança Alimentar e Nutricional (LOSAN. Com base nos critérios de adesão ao SISAN, contidos no Decreto nº 7.272 de 25 de agosto de 2010, foram analisados os dados das pesquisas de informações básicas, estaduais e municipais, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística de 2014 - Estadic e Munic/2014. Os resultados identificam a incipiência do processo de descentralização no âmbito municipal, em contraposição à adesão de todos os estados da federação ao SISAN. Destaca a relevância da atuação do setor de assistência social na coordenação do SISAN nos âmbitos estadual e municipal, sendo que neste ultimo a presença da saúde como setor de coordenação se mostra expressiva. A análise das ações de segurança alimentar e nutricional desenvolvidas, baseando-se na origem de recursos federais, estaduais e municipais, mostra ainda que não há um acentuado papel indutor por parte do nível federal capaz de direcionar a expansão do SISAN. Mecanismos de financiamento e de atribuição de responsabilidades aos entes federativos mais efetivos aparecem como elementos relevantes para consolidar a base estadual e ampliar a base municipal, na busca de identidade e capilaridade para o SISAN.

  15. Consumo alimentar entre crianças brasileiras com idade de 6 a 59 meses Food consumption Brazilian children by 6 to 59 months of age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Ane Bortolini

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar o consumo alimentar em crianças brasileiras de 6-59 meses de idade, por região e zona de residência. Trata-se de estudo descritivo transversal com 4.322 crianças investigadas na Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (2006/2007. Observou-se baixo consumo diário de verduras (12,7%, legumes (21,8%, carnes (24,6% e elevado consumo de refrigerantes (40,5%, alimentos fritos (39,4%, salgadinhos (39,4%, doces (37,8%, na frequência de uma a três vezes na semana. Comparando-se as regiões, as crianças residentes no Sul, Sudeste e Centro-oeste consumiram com mais frequência arroz, pão, batata, feijão, verdura de folha, legumes e carne, mas também consumiram, mais frequentemente, alimentos não recomendados para a idade, como doces e refrigerantes. Crianças da zona rural apresentaram menor consumo dos alimentos recomendados para a idade e, também, dos não recomendados, quando comparadas às crianças da zona urbana. O consumo alimentar evidenciado neste estudo não está de acordo com recomendações de alimentação saudável para crianças.The aim of this study was to assess food consumption in Brazilian children 6 to 59 months of age by region of the country and area of residence. This was a descriptive cross-sectional study of 4,322 children in the National Demographic and Health Survey (2006-2007. The data showed low daily consumption of leafy vegetables (12.7%, vegetables (21.8%, and meat (24.6% and high consumption (1-3 times a week of soft drinks (40.5%, fried foods (39.4%, salty snacks (39.4%, and sweets (37.8%. Comparing the regions of Brazil, children in the South, Southeast, and Central-West consumed more rice, bread, potatoes, beans, greens, vegetables, and meat, but they also ate more foods not recommended for their age, like sweets and soft drinks (soda. Rural children showed lower consumption of foods recommended for their age and also those not recommended for their age, as compared to their urban

  16. Perspectivas de segurança alimentar e nutricional no Quilombo de Tijuaçu, Brasil: a produção da agricultura familiar para a alimentação escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Santos Carvalho

    2014-09-01

    Full Text Available A fome e a insegurança alimentar são problemas que atingem milhares de pessoas no mundo. No Brasil, cerca de dez milhões de famílias não possuem renda suficiente para garantir a segurança alimentar. Nas comunidades tradicionais quilombolas constata-se uma grave situação de insegurança alimentar, relacionada à constante ameaça ao domínio dos seus territórios e ao precário acesso às políticas públicas. O estudo analisou as percepções simbólicas e sociais dos quilombolas, na oferta de alimentos agrícolas, ao Programa Nacional de Alimentação Escolar, para promoção de segurança alimentar e nutricional. Utilizou-se a abordagem etnográfica e seus instrumentos. Os resultados mostram que a comunidade concebe e valoriza o alimento “natural” da terra como fonte de sobrevivência e desenvolvimento local. Mesmo com as dificuldades, o Programa Nacional de Alimentação Escolar possibilitará a geração de renda aos agricultores familiares e uma Alimentação Escolar saudável aos estudantes.

  17. MARKETING, HÁBITOS ALIMENTARES E ESTADO NUTRICIONAL: ASPECTOS POLÊMICOS QUANDO O TEMA É O CONSUMIDOR INFANTIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. M. R. FIATES

    2008-12-01

    Full Text Available

    O comportamento da criança como consumidora vem sendo estudado desde a década de 1970. De lá para cá, o poder econômico e a influência das crianças sobre as decisões familiares aumentou consideravelmente, ao mesmo tempo em que houve o desenvolvimento de um amplo e massivo espectro de estratégias direcionadas especificamente ao consumidor infantil. O aumento na obesidade infantil tem atraído atenção para o papel da mídia: estima-se que crianças e adolescentes gastem em média 5- 6 horas por dia assistindo televisão, e o número de comerciais veiculados aumentou de 11 para 40 por hora nas últimas duas décadas. No Brasil, alimentos são os produtos mais freqüentemente anunciados, sendo que quase 60% deles pertencem ao grupo representado por gorduras, óleos, açúcares e doces na pirâmide alimentar. De um modo geral, crianças e adolescentes não têm maturidade suficiente para controlar suas decisões de compra; apesar da regulamentação envolvendo o marketing de alimentos para crianças estar evoluindo rapidamente, são poucos os modelos que podem gerar o desenvolvimento de estratégias futuras eficazes. Ainda existe muito a ser aprendido sobre o processo de socialização do consumidor. O campo está aberto para pesquisas que analisem aspectos culturais e tecnológicos, avaliando os conceitos atuais e suscitando novas questões.

  18. Conhecimento dos graduandos de nutrição e enfermagem quanto ao consumo de corantes alimentares e seus efeitos adversos à saúde Knowledge of nursing and nutrition graduate students on the consumption of food colorings and their adverse health effects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julia Nascimento Teles

    2016-10-01

    Objetivo: Evaluar la función intestinal de la clientela adulta atendida, asociándolos a los factores de riesgo, a partir de datos obtenidos en el Programa Fábrica de Cuidados. Métodos: Fueron seleccionadas 377 historias clínicas de adultos de ambos sexos. De estas, 48 presentaban el relato de constipación intestinal. Fueron colectadas variables sociodemográficas, de consumo alimentar y estilo de vida. Resultados: La prevalencia de constipación fue de 12,7%, con predominancia del sexo femenino de 89,6%. Se observó un bajo consumo de fibras, donde 69,7% y 66,7% de los pacientes constipados no consumían diariamente frutas/jugos y hortalizas A y B, respectivamente. Sobre el diagnóstico nutricional, 58,3% del grupo presentó IMC superior a 25. La ingestión hídrica, 31,2% consumían por lo menos 08 vasos/día. El sedentarismo fue predominante en el grupo (62%, además 60,4% substituían las principales refecciones por aperitivos. Conclusión: El perfil de la población en relación a los factores en estudio, justifica la alta prevalencia de la constipación. Descriptores: Constipación Intestinal, Adultos, Fibras, Estilo de vida.

  19. Uso do método Grade of Membership na identificação de perfis de consumo e comportamento alimentar de adolescentes do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia de Oliveira Cardoso

    2011-02-01

    Full Text Available Com objetivo de identificar perfis de consumo e de comportamentos alimentares e descrever suas prevalências, aplicou-se o método Grade of Membership em dados de um inquérito sobre fatores de risco à saúde de adolescentes do ensino fundamental da cidade do Rio de Janeiro, Brasil (N = 1.632. Foram gerados quatro perfis: perfil "A" (12,1%, caracterizado pelo consumo frequente de todos os alimentos marcadores de dieta saudável, menos frequente dos alimentos não saudáveis e pela presença de comportamentos alimentares saudáveis; perfil "B" (45,8%, marcado pelo hábito de realizar o desjejum e três refeições/dia, consumo menos frequente de legumes e frutas e de cinco dos marcadores de alimentação não saudável; perfil "C" (22,8%, ausência de comportamentos alimentares saudáveis e pelo consumo menos frequente de legumes, frutas, leite, embutidos, biscoitos e refrigerantes; e perfil "D", caracterizado pelo consumo frequente de todos os alimentos não saudáveis e menos frequente de legumes e frutas. Os resultados apontam para a necessidade de promoção da alimentação saudável nesta população.

  20. Valoración del estado nutricional y consumo alimentario de los pacientes en terapia renal sustitutiva mediante hemodiálisis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.ª Concepción Pereira Feijoo

    Full Text Available Introducción: La malnutrición proteico-energética es un hecho frecuente entre los pacientes en tratamiento sustitutivo renal con hemodiálisis y a ello contribuye, además de la propia técnica dialítica, la dieta inadecuada. Objetivos: Valorar la evolución del estado nutricional y la ingesta alimentaria de los pacientes de 3 unidades de hemodiálisis extrahospitalaria, tras una intervención enfermera educativa. Pacientes y métodos: Hemos realizado un estudio transversal en 66 pacientes de 3 unidades extrahospitalarias (44 hombres y 23 mujeres con dosis de diálisis medida por KT/V > 1,3 .Se hizo una determinación del estado nutricional por métodos convencionales y del consumo alimentario mediante encuesta dietética, determinándose mediante soporte informático el índice de alimentación saludable, identificando los déficits y/o excesos de nutrientes en cada paciente. Se llevaron a cabo intervenciones educativas personalizadas dirigidas a corregir los excesos o déficits de nutrientes detectados en los pacientes, y se volvieron a hacer las mismas valoraciones a los seis meses. Resultados: La prevalencia de desnutrición es leve en el 41% de hombres y 43% de las mujeres y moderada en el 34% de los hombres y 21% de las mujeres. El índice de alimentación saludable era inadecuado en el 37,31% de los pacientes en el análisis basal y postintervención educativa paso al 18,8%. La ingesta media energética es elevada (1398.86 Kcal/paciente/día con alto consumo de colesterol y déficit de aminoácidos. Se detectó un alto consumo de hidratos de carbono simples (> 20% y un elevado uso de proteínas de origen animal. El contenido mineral y vitamínico de la dieta es muy deficiente, destacando el bajo consumo de Vitamina D (1.45±2.55 ng y elevado de fósforo (1052.28±356.23 m/día. Conclusion: Tras una intervención educativa sobre nuestros pacientes, corrigiendo hábitos dietéticos no saludables, hemos conseguido mejorar su estado

  1. Intervenção nutricional educativa como ferramenta eficaz para mudança de hábitos alimentares e peso corporal entre praticantes de atividade física Educational nutritional intervention as an effective tool for changing eating habits and body weight among those who practice physical activities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pryscila Dryelle Sousa Teixeira

    2013-02-01

    Full Text Available O presente estudo avaliou a eficácia de dois métodos de intervenção nutricional educativa entre mulheres praticantes de atividade física regular visando à adoção de práticas alimentares saudáveis. A população foi constituída de 52 mulheres de 19 a 59 anos, frequentadoras do Programa Academia da Cidade (Aracaju, SE. O estudo teve delineamento de comparação de dois grupos de intervenção e foi do tipo pré-teste/pós-teste. As ações educativas foram baseadas em dois protocolos, uma com ação menos intensiva (Grupo P1 e outra mais intensiva (Grupo P2, num período de dois meses. As variáveis analisadas foram as de conhecimento nutricional, medidas antropométricas e mudanças nos hábitos alimentares. As modificações identificadas foram melhora nos hábitos alimentares e redução do peso e Índice de Massa Corpórea para o Grupo P2. As modificações citadas referiram-se, principalmente, ao aumento do consumo de frutas, verduras e legumes, redução de gordura das preparações, redução do volume do alimento ingerido por refeição e aumento do fracionamento da dieta. Em relação aos conhecimentos em nutrição apenas 2 das 12 perguntas apresentaram aumento significativo da nota. A intervenção nutricional mais intensiva mostrou-se eficaz para mudanças de hábitos alimentares com repercussão na perda de peso corporal.The scope of this study was to evaluate the effectiveness of two methods of educational nutritional intervention together with women who practice regular physical activities by fostering the adoption of healthy eating habits. The study population consisted of 52 women aged between 19 and 59 who frequented the Academia da Cidade Program in Aracaju in the State of Sergipe. The study was a randomized comparison of two intervention groups and was of the pre-test/post-test variety. The educational activities were based on two protocols - one less intensive (P1 Group and one more intensive (P2 Group - over a

  2. Consumo alimentar e ecologia de populações ribeirinhas em dois ecossistemas amazônicos: um estudo comparativo Food intake and ecology of riverine populations in two Amazonian ecosystems: a comparative analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rui Sérgio Sereni Murrieta

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este artigo analisa e compara os dados de consumo alimentar de duas populações ribeirinhas da Amazônia vivendo em ecossistemas contrastantes de floresta tropical: a várzea estacional e a floresta de terra firme. MÉTODOS: Foi estudado o consumo alimentar de 11 unidades domésticas na várzea (Ilha de Ituqui, Município de Santarém e 17 na terra firme (Floresta Nacional de Caxiuanã, Municípios de Melgaço e Portel. O método utilizado foi o recordatório de 24 horas. As análises estatísticas foram executadas com o auxílio do programa Statistical Package for Social Sciences 12.0. RESULTADOS: Em ambos os ecossistemas, os resultados confirmam a centralidade do pescado e da mandioca na dieta local. Porém, a contribuição de outros itens alimentares secundários, tais como o açaí (em Caxiuanã e o leite in natura (em Ituqui, também foi significante. Além disso, o açúcar revelou ser uma fonte de energia confiável para enfrentar as flutuações sazonais dos recursos naturais. Parece haver ainda uma maior contribuição energética dos peixes para a dieta de Ituqui, provavelmente em função da maior produtividade dos rios e lagos da várzea em relação à terra firme. Por fim, Ituqui revelou uma maior dependência de itens alimentares comprados, enquanto Caxiuanã mostrou estar ainda bastante vinculada à agricultura e às redes locais de troca. CONCLUSÃO: Além dos resultados confirmarem a importância do pescado e da mandioca, também mostraram que produtos industrializados, como o açúcar, têm um papel importante nas dietas, podendo apontar para tendências no consumo alimentar relacionadas com a atual transição nutricional e com a erosão, em diferentes níveis, dos sistemas de subsistência locais.OBJECTIVE: This article analyses and compares data on household food intake of two Amazonian riverine populations settled in different rain forest ecosystems: terra firme (land not subject to annual flooding forest and

  3. Correlation of nutritional status and food intake in hemodialysis patients Correlação entre estado nutricional e ingestão alimentar em pacientes de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvaro A. C. Morais

    2005-06-01

    nutricional com ingestão alimentar, um estudo prospectivo foi realizado com pacientes ambulatoriais. MÉTODOS: Doentes estáveis sibmetidos a hemodiálise crônica por no mínimo 3 meses (n= 44 foram investigados mediante recordatório alimentar e determinações convencionais antropométricas, bioquímicas e de bioimpedância , incluindo-se avaliação global subjetiva e também objetiva. A idade do grupo era de 47.0 ± 16.9 anos com 63.6% de homens. O índice de massa corporal situava-se em 22.2 ± 3.9 kg/m2, a ingestão calórica foi de 1471 ± 601 kcal/dia (20.7 ± 6.7 kcal/kg/dia e o consumo proteico atingiu 74.3 ± 16.6 g proteina/dia (1.2 g/kg/dia . As variáveis dietéticas e clínicas foram correlacionadas com os índices nutricionais através da análise de regressão linear. RESULTADOS: A desnutrição estimada pela avalia;áo global subjetiva foi muito comum (>90%, apesar de que o índice de massa corporal e a taxa de albumina estavam aceitáveis na maioria da população. A avaliação objetiva global evidenciou resultados numericamente parecidos, com 6,8% bem nutridos, 61,4% com risco nutricional ou desnutrição leve, 29,6% no patamar moderado e 2,3% exibindo desnutrição grave. O ganho calórico total não apresentou associações, todavia ingressos de proteina, carboidratos e lípides se correlacionaram positivamente com a prega cutânea do tríceps (P=0.02. Apenas a ingestão lipídica associou-se diretamente com a circunferência do braço, demonstrando ainda correlação com o índice de massa corporal bem como com a gordura corpórea total (bioimpedância (P<0.001. CONCLUSÕES: 1 0s teores de proteinas, lípides e carboidratos na dieta exibiram um certo número de correlações com variáveis antropométricas e de bioimpedância; 2 A ingestão lipídica foi o melhor índice nesta experiência, ultrapassando a proteina ou o ganho energético total; 3 Em que pesem algumas limitações, o recordatório alimentar foi útil na avaliação destes pacientes de

  4. Consumo alimentar e antropometria relacionados à síndrome de fragilidade em idosos residentes em comunidade de baixa renda de um grande centro urbano

    OpenAIRE

    Amanda de Carvalho Mello; Marilia Sá Carvalho; Luciana Correia Alves; Viviane Pereira Gomes; Elyne Montenegro Engstrom

    2017-01-01

    Resumo: O objetivo deste estudo foi descrever dados antropométricos e de alimentação relacionados à síndrome de fragilidade em idosos. O desenho foi transversal, com indivíduos ≥ 60 anos de inquérito domiciliar realizado em Manguinhos, Município do Rio de Janeiro, Brasil (n = 137). Foram obtidos o diagnóstico de síndrome de fragilidade segundo Fried et al., medidas antropométricas e aplicado questionário de frequência de consumo alimentar, comparando-se às recomendações do Ministério da Saúde...

  5. Fatores associados ao padrão de consumo alimentar da população brasileira urbana Factors associated with dietary patterns in the urban Brazilian population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Sichieri

    2003-01-01

    Full Text Available Avaliou-se os fatores que explicariam diferentes padrões de consumo alimentar da população urbana brasileira, com base na Pesquisa sobre Padrões de Vida, realizada no Nordeste e no Sudeste em 1996-1997. Foram incluídos os dados de consumo familiar (últimos 14 dias a partir de uma listagem com 28 alimentos de 5.121 adultos na faixa etária de 20 a 50 anos, após exclusão das gestantes, das lactantes e das pessoas que referiram problema de saúde crônico. Os padrões de consumo alimentar foram definidos pela análise de componentes principais, onde o valor de carga de uma determinada variável (alimento é proporcional à sua contribuição para o fator (padrão de consumo em questão, com a carga negativa indicando que a variável está inversamente associada com o fator, enquanto a positiva indica uma associação direta. A Região Nordeste comparada à Região Sudeste associou-se negativamente a um padrão misto, quando todos os alimentos foram igualmente importantes. O índice de massa corporal associou-se positivamente ao padrão misto, e praticar atividade física e ser negro associou-se negativamente a este padrão. Escolaridade e renda foram as variáveis que mais explicaram o consumo alimentar, mas mesmo ajustando por elas, a região de residência foi o terceiro maior componente explicativo.This study evaluated factors associated with dietary patterns in the Brazilian population based on the Living Standards Survey conducted in the Northeast and Southeast regions of the country. Multi-stage probability sampling was employed to select the households, and for the present analysis 5,121 adults aged 20 to 50 years were included. Pregnant women and individuals reporting chronic health conditions were excluded. Through principal component analysis, two major family dietary patterns were identified: a mixed pattern, in which all groups and foods have approximately the same factor loading, and a second pattern based main1y on rice and

  6. Central obesity and dietary intake in HIV/AIDS patients Obesidade abdominal e consumo alimentar em portadores de HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Constante Jaime

    2006-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess the association between dietary intake and central obesity among people living with HIV/AIDS and receiving highly active antiretroviral therapy. METHODS: A cross-sectional study was conducted involving 223 adult individuals in the city of São Paulo city in 2002. The study population was classified according to central obesity, defined as waist-to-hip ratio >0.95 for men and >0.85 for women. The dietary variables studied were energy consumption (in calories and calories/kilo of body weight, macronutrients (in grams and % of energy intake, total fiber (grams and fruit and vegetables intake (grams. The potential confounders examined were sex, skin color, age, schooling, income, body mass index, physical activity, smoking habits, peripheral CD4+ T lymphocyte count and length of protease inhibitor use. The multiple logistic regression model was performed in order to evaluate the association between central obesity and dietary intake. RESULTS: The prevalence of central obesity was 45.7% and it was associated with greater consumption of lipids: for every increase of 10g of lipid intake the odds of central obesity increased 1.28 times. Carbohydrate consumption showed negative association (OR=0.93 with central obesity after adjustment for control variables. CONCLUSIONS: The results suggest that the amount of carbohydrates and lipids in the diet, regardless of total energy intake, may modify the chance of developing central obesity in the studied population. Nutritional interventions may be beneficial for preventing central obesity among HIV/AIDS patients.OBJETIVO: Avaliar a associação entre consumo alimentar e presença de obesidade abdominal em indivíduos infectados pelo HIV/Aids, em uso de terapia antiretroviral de alta potência. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal envolvendo 223 indivíduos adultos, realizado no município de São Paulo, em 2002. A população de estudo foi classificada de acordo com a obesidade

  7. Consumo alimentar de crianças atendidas em ambulatório de nutrição de unidade - doi:10.5020/18061230.2009.p81

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingrid Rocha Ramalho

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o padrão alimentar de crianças em seguimento ambulatorial, verificando os tipos de alimentos, o consumo energético e a distribuição de nutrientes. Métodos: Realizou-se um estudo documental, no período de janeiro de 2005 a dezembro 2007, em que foram analisados 75 recordatórios alimentares presentes nos prontuários de crianças com idade entre 2 e 10 anos. As variáveis estudadas foram hábito alimentar, consumo energético, distribuição de macronutrientes, de micronutrientes (cálcio, ferro e as vitaminas A, C, B1, B2 e fibras. Os testes exato de Fisher e Qui-quadrado foram usados para verificar associação entre o consumo alimentar e as variáveis estudadas. Resultados: Os alimentos mais consumidos consistiram de: leite, arroz, feijão, óleo e açúcar, e menor de frutas e verduras. Com relação ao consumo de energia, o estudo revelou que 8 (10,66% crianças ingeriam a quantidade recomendada, sendo que 32 (42,66% consumiam um valor inferior e 35 (46,66%, valor superior ao recomendado para sua idade, sexo e atividade física. Em relação aos carboidratos, proteínas e lipídios, observou-se que 59 (78,7%, 68 (90,7% e 39 (52% crianças encontravam-se de acordo com as respectivas DRI (dietetic references intake. O consumo de alimentos ricos em ferro esteve presente, mas houve pouco consumo de fontes de vitamina C. Conclusão: A avaliação dos recordatórios alimentares revelou uma dieta monótona e pouco diversificada, basicamente láctea, com consumo elevado de açúcares e de gordura e reduzido consumo de frutas e verduras.

  8. Representações sobre segurança alimentar e nutricional nos discursos de um Conselho de Alimentação Escolar Representations on food security in the speeches of a Council of School Feeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciara Souza Gallina

    2012-03-01

    Full Text Available Este trabalho objetiva conhecer as representações sobre segurança alimentar e nutricional dos membros do Conselho de Alimentação Escolar de um município do oeste catarinense. O conceito de segurança alimentar e nutricional consiste na realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais, tendo como base práticas alimentares promotoras da saúde, que respeitem a diversidade cultural e que sejam ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentáveis. O Programa Nacional de Alimentação Escolar é uma das mais importantes estratégias adotadas pelo Governo Federal com vistas à melhoria das condições de segurança alimentar e nutricional da população escolar. Os Conselhos de Alimentação Escolar são estruturas flexíveis de gestão dessa política pública, pela via do controle social. Este se trata de um estudo transversal qualitativo, que adota o referencial teórico-metodológico da análise de conteúdo e da teoria das representações sociais. São entrevistados todos os membros do conselho municipal de alimentação escolar (n=14. As falas são agrupadas em categorias, sendo as mais citadas: higiene (n=12, qualidade nutricional (n=8, aceitabilidade (n=4 e acesso regular (n=3. As categorias sustentabilidade e direito à alimentação não são citadas. A configuração do conselho sugere pouca representatividade. Os resultados indicam a necessidade de qualificação dos conselhos no sentido da construção de uma participação social comprometida e de uma compreensão ampliada sobre segurança alimentar e nutricional, de forma a contribuir para o exercício de um controle social efetivo e sintonizado com a política de alimentação escolar.This study aimed to investigate the representations on food security of the members of a School Feeding Board in a city located in the western region of the State of

  9. Estado nutricional y características del consumo alimentario de la población Aguaruna. Amazonas, Perú 2004

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucio Huamán-Espino

    2006-01-01

    Full Text Available Objetivos: Identificar el estado nutricional y frecuencia del consumo alimentario de los niños menores de tres años y mujeres en edad fértil (MEF de la población aguaruna del departamento de Amazonas, Perú 2004. Materiales y métodos: Estudio transversal realizado con una muestra representativa de 478 MEF y 465 niños aguarunas seleccionados por muestreo bietápico probabilístico. Se realizó la toma medidas antropométricas, dosaje de hemoglobina a ambos grupos y finalmente una encuesta de consumo de alimentos a una submuestra de 290 hogares. Resultados: La prevalencia de desnutrición crónica en niños fue de 33,4%. Se encontró asociación estadística entre el distrito de residencia y la desnutrición crónica en niños. La prevalencia de anemia fue de 76,5%. El 89% de las MEF presentaron un IMC ideal, sin embargo, la talla promedio de la mujer aguaruna fue de 148 cm. La prevalencia de anemia en MEF fue de 50,2%. Se listaron más de 100 alimentos locales y foráneos que forman parte de la dieta de las familias aguarunas; sin embargo, sólo se consume diariamente la yuca y plátanos; y con alguna frecuencia semanal el arroz, la carachama, gusano, huevo de gallina y verduras como la chonta y sachaculantro. Conclusiones: La evaluación nutricional indica un déficit nutricional para los niños y la deficiencia de hierro expresada en anemia afecta a la mitad de las MEF y a dos de cada tres niños. Esta situación podría atribuirse, entre otras causas al consumo de una dieta basada principalmente en yuca y plátanos con escasa presencia de alimentos de origen animal.

  10. Consumo alimentar na gestação e no pós-parto segundo cor da pele no município do Rio de Janeiro Food intake during pregnancy and postpartum according to skin color in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Maria de Aquino Lacerda

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar durante a gestação e pós-parto, segundo cor da pele. MÉTODOS: Estudo longitudinal prospectivo que incluiu 467 mulheres entre 15 e 45 anos no período pós-parto, no município do Rio de Janeiro, entre 1999 e 2001. Foi aplicado um questionário de freqüência de consumo de alimentos aos 15 dias pós-parto (consumo referente ao período da gestação e aos seis meses (consumo referente ao período pós-parto. Foi utilizada análise de covariância para analisar diferenças no consumo alimentar, segundo cor da pele, controlada pela escolaridade. RESULTADOS: Durante a gestação, pretas e pardas apresentaram consumo de energia 13,4% e 9,1% (p=0,009 e p=0,028 e consumo de carboidrato 15,1% e 10,5% maior que brancas (p=0,005 e p=0,014, respectivamente. Mulheres pretas e brancas apresentaram consumo energético 34% e 20% acima das recomendações nutricionais, respectivamente (p=0,035. Durante o período pós-parto, as pretas apresentaram consumo de energia 7,7% maior e consumo de lipídios 14,8% maior que as brancas; consumo de ácidos graxos saturados 23,8% maior que brancas (p=0,003 e 13% maior que pardas (p=0,046. A adequação de consumo de lipídios e ácidos graxos saturados foi maior em pretas que em brancas (p=0,024 e p=0,011, respectivamente. CONCLUSÕES: Os resultados mostram ser necessário revisar estratégias de intervenção nutricional no pré-natal e implementar assistência nutricional no pós-parto, para ajustar o consumo alimentar a níveis adequados, considerando as diferenças por cor/raça identificadas.OBJECTIVE: To assess dietary intake during pregnancy and postpartum according to skin color. METHODS: A longitudinal prospective study was carried out comprising 467 postpartum women aged between 15-45 years in the city of Rio de Janeiro, Southeastern Brazil, in 1999-2001. A food frequency questionnaire was administered at two weeks postpartum (intake covering the pregnancy period and at

  11. Consumo alimentar e excesso de peso de adolescentes de Piracicaba, São Paulo Food consumption and overweight in adolescents from Piracicaba, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natacha Toral

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo avaliou o consumo alimentar e a prevalência de excesso de peso entre adolescentes de Piracicaba, São Paulo. MÉTODOS: Estudo observacional transversal com amostra representativa de adolescentes maiores de 10 anos de 11 escolas públicas de Piracicaba. Realizou-se auto-avaliação da maturação sexual por planilhas dos estágios de Tanner. Pelo Questionário de Freqüência Alimentar Semi-Quantitativo, investigou-se o consumo de energia, macronutrientes, frutas, hortaliças e doces. Foram aferidos peso e altura para avaliação do perfil antropométrico pelos percentis de Índice de Massa Corporal e índice de altura-para-idade. RESULTADOS: Foram avaliados 390 adolescentes, com média de idade de 12,4 anos, sendo 46,4% meninos e 78,7% púberes. O consumo médio de energia foi de 3.645kcal (56,2%, 12,8% e 33,5% provenientes de carboidratos, proteínas e lipídios, respectivamente. Observou-se que 77,9% da amostra ingeria alto teor de gordura. O consumo médio de frutas, hortaliças e doces foi de 2,3, 2,4 e 4,5 porções diárias, respectivamente. Foi encontrado 21,0% de excesso de peso, 4,4% de baixo peso e 1,8% de déficit de altura-para-idade. CONCLUSÃO: Expressivo percentual de adolescentes apresentava reduzido consumo de frutas e hortaliças e consumo lipídico e de doces acima do recomendado, podendo haver relação com o elevado número de participantes com excesso de peso. Adolescentes devem ser alvo de programas que enfatizem a adoção de alimentação saudável, para diminuir risco e incidência de obesidade e prevenir futuros agravos à saúde.OBJECTIVE: This study assessed food consumption and prevalence of overweight among adolescents from Piracicaba, São Paulo, Brazil. METHODS: This was a cross-sectional with a representative sample of adolescents older than 10 years of 11 public schools of Piracicaba. The maturation stage of the adolescents was determined by self-examination using Tanner images. Intakes

  12. Hábitos alimentares entre funcionários de banco estatal: padrão de consumo alimentar Eating habits among employees of a state-owned bank: food consumption profile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Jesus Mendes da Fonseca

    1999-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as condições de saúde dos funcionários de um banco estatal, no Estado do Rio de Janeiro, realizou-se estudo seccional em dois setores do banco, através de amostragem sistemática. Entre as condições de saúde, o perfil dos hábitos alimentares foi investigado mediante questionário de freqüência de consumo de grupos de alimentos, analisado por meio de medida-resumo (escore alimentar. Embora a maior parte da população apresente bons hábitos alimentares, os resultados confirmaram grande diferença entre os sexos: cerca de 60% dos homens apresentaram escores maiores do que a média da população (51,2, comparados a 45% das mulheres. Além disso, foi possível verificar que os homens, principalmente os mais jovens, consomem maior quantidade de alimentos com gordura saturada, sal ou açúcar, quando comparados às mulheres. Os achados indicam que a qualidade da dieta junto a outros hábitos e comportamentos, como tabagismo e sedentarismo, devem fazer parte de programas de promoção da saúde no ambiente de trabalho, visando controlar as doenças cardiovasculares e outros agravos.In order to investigate the health conditions of current employees in a government-owned bank in the State of Rio de Janeiro, we performed a cross-sectional study in two departments where systematic sampling was applied. Among the health conditions, we focused on the employees' eating habit profile using a questionnaire on frequency of food group consumption analyzed through a summary measure (eating score. Although the majority of the study population display good eating habits, the results confirmed a major difference between genders. Some 60% of men had scores higher than the population mean (51.2, as compared to only 45% of women. In addition, we observed that men, and particularly younger men, consumed more foodstuffs that were rich in saturated fat, salt, and sugar as compared to women. The findings indicate that quality of

  13. Estado nutricional y condición física de futbolistas adolescentes luego del consumo de harina de pescado como complemento nutricional Nutritional status and physical condition of adolescent football players after consuming fishmeal as a nutritional complement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Accinelli-Tanaka

    2013-03-01

    Full Text Available El objetivo del estudio fue determinar los cambios en los parámetros nutricionales y condición física en adolescentes deportistas luego de consumir harina de pescado como complemento nutricional. Para ello, se realizó un estudio cuasi-experimental, ciego para los investigadores, en 100 adolescentes futbolistas, divididos en dos grupos homogéneos en todos los parámetros de estudio. Se le brindó harina de pescado durante cuatro meses a uno de los grupos. Luego de evaluar el estado nutricional y la condición física, antes y después de la intervención, no se encontraron cambios en el estado nutricional, ni antropométricos ni de laboratorio, tampoco en la condición física; pero sí en los niveles de hemoglobina y hematocrito entre los que consumieron la harina de pescado y el grupo control. En conclusión, el consumo de harina de pescado no se tradujo en cambios en el estado nutricional ni en la condición física de adolescentes deportistasThe objective of the study is to identify the changes in the nutritional parameters and the physical condition of teenage players after eating fishmeal as a nutritional complement. For this purpose, a quasi-experimental study, blinded for investigators, was conducted, involving 100 teenage football players, divided in two groups, homogeneous in terms of all study parameters, one of which received fishmeal for four months. After evaluating the nutritional status and physical condition, before and after the intervention, no change was found in the nutritional and anthropometric status or laboratory results, or in the physical condition. However, those who received fishmeal did report a change in their hemoglobin and hematocrit levelsin comparison to the control group. In conclusion, the consumption of fishmeal did not lead to changes in the nutritional status or the physical condition of teenage football players

  14. Evaluación del estado nutricional, patrones de consumo alimentario y de actividad física en escolares del Cercado de Lima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Pablo Aparco

    Full Text Available Objetivos. Evaluar el estado nutricional, los patrones alimentarios y de actividad física en escolares del Cercado deLima. Materiales y métodos. Estudio descriptivo transversal. La muestra incluyó escolares del 1.° a 4.° grado de primaria de cuatro instituciones educativas públicas ubicadas en el Cercado de Lima. Las variables de estudio fueron el estado nutricional, nivel de hemoglobina, los patrones de consumo de alimentos y de actividad física. Se calcularon los porcentajes de las variables cualitativas y medidas de tendencia central para las cuantitativas, en el análisis bivariado se aplicó la prueba t y la prueba de chi cuadrado para analizar las diferencias según sexo. Resultados. De 824 escolares incluidos en el estudio, se encontró un 24% con obesidad, mientras que el sobrepeso afectó al 22%, la proporción de talla baja fue de 5% y la de anemia fue 11,9%, en todos los casos no hubo diferencias significativas según sexo. Más del 40% de escolares consumían 2 o más veces a la semana galletas saladas, jugos envasados y/o gaseosas. Además, el 28% de escolares eran sedentarios, encontrándose diferencias significativas según sexo (p<0,05. Conclusiones. La obesidad es un problema vigente, con mayor frecuencia que el sobrepeso y que juntos afectan a casi el 50% de los escolares del estudio. Asimismo, se evidencia que existen patrones de sedentarismo y consumo frecuente de alimentos con alto contenido de azúcar, sal y/o grasas.

  15. CONSUMO ALIMENTAR, PERFIL ANTROPOMÉTRICO E CONHECIMENTOS EM NUTRIÇÃO DE CORREDORES DE RUA

    OpenAIRE

    Ferreira, Vanessa Roriz; Bento, Ana Paula Nunes; Silva, Mara Reis

    2015-01-01

    Introdução A nutrição esportiva e a composição corporal são fatores importantes para o desempenho de atividades esportivas. A corrida de rua se popularizou no mundo, especialmente na última década. Os corredores de rua devem consumir uma dieta nutricionalmente adequada e ter conhecimento sobre nutrição para manter um perfil nutricional adequado. Objetivo Avaliar a adequação dietética, o perfil antropométrico e os conhecimentos em nutrição de corredores de rua. Métodos Os corredores adultos ...

  16. O fazer educação alimentar e nutricional: algumas contribuições para reflexão Practical food and nutrition education: some points for reflection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ligia Amparo da Silva Santos

    2012-02-01

    Full Text Available O presente artigo reflete sobre as práticas de educação alimentar e nutricional vigentes no contexto atual. São discutidas no âmbito das políticas públicas de alimentação e nutrição partindo de uma análise sobre as ações governamentais empreendidas e de suas ações no âmbito local, particularmente na nutrição clínica ambulatorial e/ou na atenção a grupos específicos, buscando identificar as tendências teóricas e metodológicas que norteiam as práticas educativas. Considera-se que a educação alimentar e nutricional tem sido alvo de debates na busca de concebê-la como uma ação governamental. Entretanto, em que pese seus avanços, se reconhece a existência de um hiato entre as formulações das políticas e as ações desenvolvidas no âmbito local. Permanece também um hiato entre discursos e as práticas em seu torno das ações educativas. Conclui-se que a educação alimentar e nutricional é menos um instrumento do que um dispositivo de ações conjugadas que devem envolver diferentes setores e disciplinas, entretanto, demanda investimentos na formação profissional e na produção de conhecimento no campo.This article reflects on the practices of existing food and nutrition education in the current context. Practices in public policy in food and nutrition are discussed starting from an analysis of government actions undertaken and their actions at the local level, particularly in outpatient clinical nutrition and/or attention to specific groups, seeking to identify theoretical and methodological trends guiding educational practices. It is considered that the food and nutrition education has been the subject of debate in seeking to construe it as government action. However, despite their achievements, one perceives the existence of a gap between the formulation of policies and actions developed at the local level. There is also a gap between rhetoric and practice in terms of educational activities. The

  17. Situação nutricional e alimentar de pré-escolares no semi-árido da Bahia (Brasil: II ­ Hipovitaminose A

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos Leonor M.P.

    1996-01-01

    Full Text Available Foram estudados 754 pré-escolares de áreas urbanas de sete municípios do semi-árido do Estado Bahia, Brasil, com o objetivo de determinar a prevalência da hipovitaminose A e sua associação com a idade, sexo, renda em salário-mínimo, escolaridade materna e adequação dietética em vitamina A. Na amostra estudada não se registrou nenhum caso de sinais e/ou sintomas de xeroftalmia durante o exame clínico-oftalmológico. Em 563 crianças foi possível a coleta de sangue para determinação de retinol sérico; encontrou-se um valor médio de 20,3 µg/dl (DP=10,8µg/dl e uma prevalência de 15,3% de níveis deficientes (abaixo de 10,0 µg/dl. Em todos os sete municípios estudados a prevalência de retinol sérico deficiente foi superior a 5,0% que é nível crítico proposto pela OMS para considerar a hipovitaminose A como problema de saúde pública. A distribuição de retinol sérico encontrada não teve relação com o sexo das crianças, mas com a idade, diminuindo a prevalência de níveis deficientes e baixos na medida em que a idade aumenta. Não se encontrou associação entre renda familiar per capita ou escolaridade materna e a prevalência de níveis de retinol deficiente. Os resultados de consumo alimentar provenientes do inquérito recordatório de 24h mostraram que apenas 8% das crianças consumiram quantidades adequadas de retinol ou de seus precursores; 66% ingeriam abaixo da metade e quase 35% delas não chegaram a ingerir nem um quarto da quantidade recomendada para sua faixa etária. A carência de vitamina A deve ser considerada como problema de saúde pública severo, tanto pela alta prevalência de níveis deficientes de retinol em todos os municípios como também pela dimensão da inadequação dietética.

  18. O consumo alimentar de gestantes adolescentes no Município do Rio de Janeiro Food consumption by pregnant adolescents in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Cavalcante de Barros

    2004-01-01

    Full Text Available O crescimento da gravidez na adolescência é visto com preocupação pela área de saúde pública. O consumo de alimentos que atendam a alta demanda de nutrientes durante a gestação tem sido identificado como um componente relevante. O objetivo do estudo foi conhecer o consumo habitual dos alimentos e de energia e nutrientes entre gestantes adolescentes. Foram entrevistadas 1.180 mães adolescentes em maternidades do Município de Rio de Janeiro e aplicado um Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar semiquantitativo simplificado. Os alimentos referidos por pelo menos 50% delas foram arroz, açúcar, manteiga, pão, feijão, leite, refrigerante, sucos, legumes e laranja. Observa-se um menor consumo de sucos, legumes e frutas entre as menores de 15 anos. No primeiro quartil de consumo, a ingestão mínima recomendada de energia, ferro, folato, vitamina C e cálcio não foi alcançada. Encontrou-se uma associação inversa entre o número de pessoas no domicílio e o consumo de energia e nutrientes. O relato de informação sobre alimentação no pré-natal e a informação de mudança de alimentação durante a gravidez esteve associado a um melhor consumo de energia e nutrientes. A atenção pré-natal mostrou-se como um cuidado fundamental para melhores resultados na gestação.The increase in teenage pregnancy has been viewed with concern by public health experts. Food consumption to help maintain high nutrient demands has been identified as one of the most relevant components. This study aims to present the habitual consumption of food and energy-specific nutrients by pregnant adolescents. A total of 1,180 adolescent mothers were interviewed in maternity hospitals in the City of Rio de Janeiro, and a simplified questionnaire on semi-quantitative frequency of food consumption was applied. Lower consumption of fruit juice, vegetables, and fruits was observed among adolescent mothers over 15. Adolescent mothers classified in the

  19. Ritmos circadianos de consumo alimentar nos lanches e refeições de adultos: aplicação do semanário alimentar Food consumption circadian rhythms in adult snacks and meals: application to weekly menu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heide Gauche

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo descreve o perfil alimentar de indivíduos saudáveis, em seu ambiente natural, a partir da análise da ingestão de energia e macronutrientes nos lanches e refeições e sua distribuição circadiana. MÉTODOS: Dezessete voluntários, professores e funcionários técnico-administrativos de uma instituição de ensino de Florianópolis com idade média de 46,71 (±2,2 anos, e índice de massa corporal médio de 24,93 (±0,9 kg/m² registraram, durante sete dias consecutivos, o tipo e a quantidade de alimentos e bebidas consumidos, especificando o modo de preparo, o tipo de evento alimentar (refeição ou lanche, a hora do dia e o dia da semana. RESULTADOS: Realizaram-se, em média, 2,7 refeições e 3,2 lanches diariamente. Os lanches e as refeições mostraram diferenças entre si, tanto em relação à proporção de macronutrientes quanto ao valor energético total. As refeições forneceram cerca de três vezes mais calorias que os lanches e foram compostas, predominantemente, por proteínas e lipídios, enquanto nos lanches predominaram os carboidratos. A hora do dia também mostrou exercer influência no consumo. CONCLUSÃO: No período das 12h às 15h59min, o consumo foi significativamente maior que nos demais momentos do dia, mas não se observou um aumento significativo do consumo energético total nos dias do fim de semana.OBJECTIVE: This study describes the food profile of healthy individuals in their natural environment, analyzing the energy and macronutrient ingestion during meals and snacks and their circadian distribution. METHODS: Seventeen volunteers, professors and administrative technicians of an educational institution in Florianópolis, Brazil, with an average age of 46.71 (±2.2 years, and average body mass index of 24.93 (±0.9 kg/m², registered the type and quantity of food and drink consumed during seven consecutive days, specifying the type of preparation, the eating event (meal or snack, the hour

  20. Consumo alimentar de crianças de 6 a 18 meses em creches Six to eighteen-month-old children's food intake in day-care centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Glória Neumann Spinelli

    2003-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar o consumo alimentar de crianças entre 6 e 18 meses e avaliar a adequação de nutrientes. MÉTODOS: O estudo foi realizado com 106 crianças em creches do Município de São Paulo. Para verificar o consumo alimentar utilizou-se o método de pesagem direta, durante cinco dias. Para análise dos macro e micronutrientes utilizaram-se as referências Organización Mundial de la Salud 1985 e Dietary Reference Intakes 1997, e para fibras adotou-se a recomendação da American Academy of Pediatrics 1993. RESULTADOS: O estudo revelou oferta insuficiente de energia, ferro, cálcio, vitamina A e fibras. A proteína e a vitamina C excederam as recomendações. CONCLUSÃO: Nos moldes do programa atual, é necessário que a criança receba, no domicílio, uma refeição láctea e outra salgada para complementar principalmente cálcio, energia, ferro e fibras.OBJECTIVE: To verify the food intake of children from 6 to 18 months old and to evaluate nutrient adequacy. METHODS: This study was carried out with 106 children, in day-care centers from the city of São Paulo. Food intake was evaluated through food weighing during five days. The Organización Mundial de la Salud, 1985, Dietary Reference Intakes, 1997 and American Academy of Pediatrics, 1993 were used as references for the analysis of macronutrients, micronutrientes and fibers, respectively. RESULTS: The study revealed insufficient offering of energy, iron, calcium, vitamin A and fiber. Protein and vitamin C were over the recommended amounts. CONCLUSION: The children must receive one milky and one salty meal at home in order to complement food given at centers, mainly regarding, calcium, iron, energy and fiber.

  1. Perfil antropométrico e consumo alimentar de adolescentes de Teixeira de Freitas - Bahia Anthropometric profile and food intake of adolescents in Teixeira de Freitas - Bahia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jailda Silva Santos

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o perfil antropométrico e o consumo alimentar de adolescentes das escolas públicas de um município do Estado da Bahia. MÉTODOS: Estudo de corte transversal realizado com amostra aleatória por conglomerado de 354 alunos, dos 1.678 adolescentes de dezessete a dezenove anos matriculados nas 23 escolas elegíveis do município. Foram coletados dados sobre freqüência de consumo alimentar qualitativo e indicadores antropométricos, como o índice de massa corporal; pregas cutâneas triciptal e subescapular e o indicador altura/idade, segundo a Organização Mundial da Saúde. Realizou-se análise bivariada e estratificada, sendo a significância estatística verificada pelo qui-quadrado e teste exato de Fischer, com nível crítico de 5%. RESULTADOS: A análise antropométrica evidenciou maior prevalência de sobrepeso e obesidade (5,1% no sexo feminino e de magreza no masculino (6,4%; o déficit de crescimento foi observado em 25,0% dos adolescentes, sendo 15,0% de leve a moderado e 10,0% grave. Evidenciou-se também consumo habitual de arroz, feijão, farinha de mandioca, pão francês, manteiga, margarina, açúcar e café, sendo baixo o consumo de produtos lácteos, frutas, legumes e hortaliças; 96,6% dos adolescentes realizavam mais de três refeições diárias e mais de 80,0% alimentavam-se no domicílio. CONCLUSÃO: Os resultados apontam a necessidade de implementação de estratégias de prevenção dos problemas nutricionais por meio de uma alimentação e um estilo de vida saudáveis, assim como de estudos sobre os possíveis fatores comprometedores do crescimento dos adolescentes.OBJECTIVE: The objective was to describe the anthropometric profile and food intake in adolescents from public schools in a municipality of Bahia, Brazil. METHODS: A cross-sectional experimental design was employed with a random conglomerate sample of 354 adolescents, 17 to 19 years old, from a total of 1.678 students enrolled in 23

  2. Consumo energético-protéico e estado nutricional de crianças menores de cinco anos, no estado de Pernambuco, Brasil Energy and protein intake and nutritional status of children under five years of age in Pernambuco state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Risia Cristina Egito de Menezes

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo de energia e proteínas e associá-lo ao estado nutricional de crianças menores de 5 anos. MÉTODOS: Estudo transversal com 948 crianças menores de cinco anos, no Estado de Pernambuco. O consumo alimentar foi registrado utilizando o método recordatório de 24 horas. Para análise de energia e proteína foram utilizadas as Dietary Reference Intakes como referência, verificando-se o consumo mediano e a prevalência de inadequação. O estado nutricional foi avaliado utilizando a referência do National Center for Health Statistics (índices peso/idade, peso/estatura e estatura/idade. O estado nutricional das crianças com consumo abaixo e maior ou igual à referência de energia e proteína foi comparado, utilizando-se o teste "t" de Student. RESULTADOS: O consumo mediano de energia e proteína esteve acima das ingestões dietéticas de referência, na maioria das faixas etárias. No entanto, foram encontradas prevalências de inadequação do consumo de energia (42,4% e de proteína (5,0%. O percentual de desnutrição (escore-Z OBJECTIVE: This study aims to evaluate energy and protein intake and associate it with the nutritional status of children under five years of age. METHODS: This is a cross-sectional study with 948 children under five years of age, in the State of Pernambuco. Dietary intake was recorded using 24-hour recalls. Dietary Reference Intakes were used as reference to analyze energy and protein intake values by verifying the median intake and the prevalence of inadequacy. Nutritional status was assessed using the National Center for Health Statistics as reference (weight-for-age, weight-for-length and length-for-age indices. The Student's t-test was used to compare the nutritional status of children with intake values below, above or equal to the energy and protein reference standards. RESULTS: The median energy and protein intake exceeded the dietary reference intakes in most age groups. However, a

  3. Práticas alimentares e estado nutricional de crianças no segundo semestre de vida atendidas na rede pública de saúde Feeding practices and nutritional status of children in the second semester of life who receive care in public health facilities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Paula Modesto

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e as práticas alimentares de crianças no segundo semestre de vida atendidas na rede pública de saúde do município de Taboão da Serra, SP. MÉTODOS: Estudo de corte transversal conduzido em Unidades Básicas de Saúde, classificadas em dois agrupamentos (região central e região periférica. A amostra foi constituída por 180 crianças, sendo 90 de cada agrupamento. O consumo alimentar foi registrado pelo método recordatório de 24 horas. Foram tomadas medidas de peso e dosagem de hemoglobina por punção capilar. RESULTADOS: A prevalência de anemia encontrada foi de 30,5% sem diferença entre os grupos. Os valores das medianas do escore-Z (peso/idade foram: 0,02 e 0,03, para os agrupamentos central e periférico, respectivamente. A utilização de suplemento de ferro apresentou diferença entre os grupos (p=0,001, sendo mais presente no agrupamento periférico, enquanto que para a vitamina A, a suplementação foi significantemente maior no agrupamento central (p=0,044. Verificou-se introdução precoce de alimentos distintos do leite materno na dieta infantil e diferença significante entre os grupos na idade de introdução de chá, suco de fruta, sopa e sopa com carne no esquema alimentar. Em relação à ingestão de nutrientes verificou-se consumo adequado de energia e proteínas, mas quanto aos micronutrientes estudados, há grande probabilidade de inadequação do consumo de ferro e vitamina C. CONCLUSÃO: A prevalência de anemia é relativamente reduzida, comparada com os dados obtidos em outros locais, e o esquema de introdução de alimentos complementares é inadequado, frente às recomendações atuais. A utilização de suplementos de nutrientes deve ser revista.OBJECTIVE: To assess the nutritional status and feeding practices of children in the second semester of life who receive care in public health facilities of the city of Taboão da Serra, SP. METHODS: This is a cross

  4. Consumo de fibra alimentar por crianças e adolescentes com constipação crônica: influência da mãe ou cuidadora e relação com excesso de peso Dietary fiber intake for children and adolescents with chronic constipation: influence of mother or caretaker and relationship with overweight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Santos Mello

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a influência da mãe ou da cuidadora sobre o consumo de fibra alimentar por crianças e adolescentes com constipação crônica bem como sua relação com a ocorrência de excesso de peso. MÉTODOS: Estudo transversal com 38 crianças e adolescentes com constipação funcional e suas respectivas cuidadoras. Para análise do consumo de fibra alimentar, foi utilizado o registro alimentar de três dias. Peso e estatura foram aferidos para verificar o estado nutricional. A história familiar de constipação foi investigada. RESULTADOS: A maioria dos pacientes com constipação (89,5%; 34/38 apresentava consumo insuficiente de fibra (inferior à idade +5g. Das 38 cuidadoras, apenas uma (2,6% apresentou ingestão de fibra superior à recomendação mínima (20g/dia. Excesso de peso foi encontrado em 28,9% (11/38 dos pacientes e em 60,5% (23/38 das suas responsáveis. Associação entre excesso de peso e presença de constipação foi verificada entre as cuidadoras (p=0,046. As crianças e adolescentes do sexo feminino com excesso de peso apresentaram menor ingestão de fibra, comparadas às sem excesso de peso (p=0,011. Nos pacientes do sexo masculino, essa associação não foi observada. O consumo de fibra pelas cuidadoras com excesso de peso foi inferior ao das demais (p=0,027. Observou-se correlação entre consumo de fibra pelas crianças com constipação e suas cuidadoras, nos sexos masculino (r=+0,561; p=0,005 e feminino (r=+0,782; pOBJECTIVE: To evaluate the influence of the mother or caretaker on the consumption of dietary fiber by children and adolescents with chronic constipation and its relationship with the occurrence of overweight. METHODS: This cross-sectional study enrolled 38 children and adolescents with functional constipation and their respective caretakers. A three-day food register was used for the analysis of the dietary fiber consumption. Weight and height were measured to verify the nutritional status

  5. Consumo alimentar da população adulta segundo perfil sócio-econômico e demográfico: Projeto Bambuí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bonomo Élido

    2003-01-01

    Full Text Available Foi realizado inquérito nutricional em amostra probabilística de 546 indivíduos (idade > 18 anos, residentes na cidade de Bambuí (15 mil habitantes, Minas Gerais, Brasil, utilizando-se o Questionário Semiquantitativo de Freqüência Alimentar (QSFA. A mediana de ingestão calórica entre mulheres e homens foi de 2.807 e 3.775kcal, respectivamente. Homens ingeriram quatro vezes mais álcool que mulheres e estas, mais carboidratos, fibras e ácidos graxos polinsaturados (AGP. A distribuição de proteínas (15%, carboidratos (57% e lipídios (28% foi adequada. As proporções médias de inadequação da participação de lipídios, ácidos graxos saturados (AGS, AGP e colesterol na energia total foram, respectivamente, 36%, 50% e 90%, sendo mais pronunciadas entre os homens. A ingestão de lipídios, AGS e AGP, entre mulheres, e de lipídios e AGS entre homens, aumentou de acordo com a renda. A ingestão de AGP e fibras e a relação AGP/AGS estavam abaixo do recomendado nos dois gêneros. A dieta apresentou proporções de inadequação diferenciais, sugerindo possíveis agregados de risco à saúde da população para doenças cardiovasculares.

  6. Risco nutricional entre gestantes adolescentes Riesgo nutricional entre gestantes adolescentes Nutritional risks among pregnant teenagers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glayriann Oliveira Belarmino

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Identificar o acometimento de risco nutricional em gestantes adolescentes; averiguar hábitos alimentares; e verificar percepções destes quanto à importância de nutrição adequada na gravidez. MÉTODOS: Estudo de campo realizado no Centro de Desenvolvimento Familiar, em Fortaleza-CE, com 40 gestantes adolescentes. A avaliação nutricional foi efetuada com o auxílio do "Gráfico de acompanhamento nutricional da gestante" e os hábitos alimentares foram conferidos pela "Técnica de alimentação diária habitual". RESULTADOS: Vinte (50% adolescentes apresentaram peso adequado, 11(27,5% baixo peso e 9 (22,5% sobrepeso. Prevaleceram massas, carnes, gorduras, doces e baixo consumo de frutas e verduras; 33 (82,5% tinham a percepção de que a alimentação deve ser "diferente" na gravidez e 28 (70% afirmaram ter feito mudanças nos hábitos alimentares no pré-natal. CONCLUSÃO: O acometimento de risco nutricional entre adolescentes gestantes se revelou em situações de sobrepeso, baixo peso, dietas pouco diversificadas e desinformação.OBJETIVOS: Identificar el riesgo nutricional en gestantes adolescentes; averiguar hábitos alimenticios; y verificar percepciones de éstos en cuanto a la importancia de una nutrición adecuada en el embarazo. MÉTODO: Se trata de un estudio de campo realizado en el Centro de Desarrollo Familiar, en Fortaleza-CE, con 40 gestantes adolescentes. La evaluación nutricional se llevó a cabo con el auxilio del "Gráfico de acompañamiento nutricional de la gestante" y los hábitos alimenticios fueron conferidos por la "Técnica de alimentación diaria habitual". RESULTADOS: Veinte (50% adolescentes presentaron peso adecuado, 11(27,5% bajo peso y 9 (22,5% sobre peso. Prevalecieron pastas, carnes, grasas, dulces y bajo consumo de frutas y verduras; 33 (82,5% tenían la percepción de que la alimentación debe ser "diferente" durante el embarazo y 28 (70% afirmaron haber realizado cambios en los h

  7. Desenvolvimento de um questionário de frequência alimentar (QFA-açúcar para quantificar o consumo de sacarose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Aurina Gonçalves

    2012-01-01

    Full Text Available Introdução: Evidências indicam a relação entre o consumo excessivo de açúcar pela população mundial e o desenvolvimento de doenças crônicas como cárie, obesidade, diabetes e câncer. Objetivo: Descrever o desenvolvimento de um QFA que permita quantificar em massa o consumo de açúcar em amostra da população adulta de Porto Alegre, com base na adaptação do QFA-Porto Alegre. Métodos: A lista de alimentos e o modelo de registro de QFA foram elaborados por meio da abordagem de pesquisa qualitativa denominada grupo focal. A quantificação do açúcar dos alimentos seguiu o método físico-químico de análise de alimentos de Fehling, ou a leitura da tabela de composição de alimentos do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA. O QFA-açúcar foi avaliado por juízes com experiência na elaboração e aplicação de QFA. Resultados: Dos 135 itens alimentares do QFA-Porto Alegre, o grupo focal selecionou 105 para a quantificação. Dentre estes, 40 alimentos não apresentaram sacarose, 7 alimentos agrupados no mesmo item foram individualizados, 5 itens considerados sem açúcar foram mantidos na lista, 1 item foi acrescentado e 1 foi modificado. Os juízes acrescentaram 4 itens e incluíram legenda referente à unidade de tempo e medidas caseiras médias. O QFA-açúcar final contém 94 itens. Conclusão: O QFA-açúcar possui relevâncias e limitações, contudo pode ser aprimorado. Encontra-se em processo de reprodutibilidade e validação e, após, poderá ser utilizado em estudos epidemiológicos para investigar a associação entre consumo de açúcar, doenças crônicas não transmissíveis e cárie na população adulta de Porto Alegre.

  8. Desenho de um questionário de frequência alimentar digital autoaplicado para avaliar o consumo alimentar de adolescentes e adultos jovens: coortes de nascimentos de Pelotas, Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Celestino Schneider

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: Artigo metodológico com o objetivo de descrever a construção de um questionário de frequência alimentar (QFA digital autoaplicado, desenvolvido para as coortes de nascimentos de Pelotas de 1982 e 1993. Métodos: O instrumento foi criado com base em QFAs anteriormente utilizados nas duas coortes em acompanhamentos nos anos de 2004 e 2008. O QFA foi elaborado incluindo 88 alimentos e/ou preparações cujas frequências foram agrupadas em categorias desde o valor mínimo de consumo de nunca ou < 1 vez/mês até o máximo de ≥ 5 vezes/dia. As opções fechadas relativas à porção foram construídas considerando recordatórios de 24 horas (R24Hs anteriormente aplicados à subamostra da coorte de 1993. Três alternativas de porção foram construídas: igual, menos ou mais. A porção igual foi descrita com base no percentil 50 do consumo de cada alimento, obtido a partir das distribuições das porções constantes nos R24H. Fotos das porções relativas ao percentil 50 de cada alimento foram também incluídas ao formato do programa. Resultados: Esse QFA digital incluiu alimentos e preparações que atendem aos objetivos das pesquisas atuais. A aparência do programa foi atrativa à equipe de trabalho e também aos participantes do estudo. O tempo médio de aplicação de 12 minutos e a facilidade de preenchimento possibilitaram que vários participantes respondessem às questões ao mesmo tempo. Além disso, o instrumento dispensou a necessidade de entrevistador e a dupla entrada de dados em programa específico. Conclusão: Recomenda-se o uso dessa mesma estratégia em outros estudos, adaptando-a aos diferentes contextos e situações.

  9. Estudo das condições de saúde das crianças do Município de São Paulo, SP (Brasil, 1984/1985: X - Consumo Alimentar A study of children's health in S. Paulo City (Brazil, 1984-1985: X - Food intake

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sophia Cornbluth Szarfarc

    1988-08-01

    Full Text Available Como parte de amplo estudo epidemiológico sobre condições de saúde na infância, uma amostra probabilística de menores de cinco anos residentes no Município de São Paulo (n = 305 foi estudada com relação à adequação nutricional de suas dietas. Através do inquérito recordatorio do consumo alimentar nas últimas 24 horas evidenciou-se que: a a partir de um ano de idade, as dietas tornam-se insuficientes para cobrir as necessidades energéticas de grande parte da população; b em todas as idades, mas particularmente nos primeiros dois anos de vida, o aporte dietético de ferro está muito abaixo das quantidades recomendadas para o consumo do nutriente; c em todas as idades, o aporte de proteína e de vitamina A alcança valores satisfatórios. Tais achados mostraram-se compatíveis com a avaliação clínico-laboratorial do estado nutricional realizada simultaneamente ao inquérito alimentar. A estratificação social da amostra revelou que o nível sócio-econômico familiar influencia fortemente o consumo energético e, de forma menos intensa, o consumo de ferro. Na discussão dos prováveis fatores responsáveis pelos déficits dietéticos encontrados, hipóteses distintas são aventadas para o déficit energético e para o déficit de ferro. No caso do déficit energético, a origem básica do problema pareceria residir no baixo poder aquisitivo da população que condiciona insuficiente disponibilidade de alimentos e ingestão quantitativamente deficiente. No caso do déficit de ferro, a mesma hipótese valeria inteiramente apenas a partir da idade de dois anos. Antes desta idade, fatores relacionados ao desmame precoce e ao atraso na introdução de alimentos ricos em ferro aparentemente seriam mais importantes.As part of a broad epidemiological survey of the health conditions of under-fives, a random sample (n = 305 of children living in S. Paulo city (Brazil was submitted to a 24-hour dietary recall. The main results were: a

  10. Proposta metodológica para o módulo de consumo alimentar pessoal na pesquisa brasileira de orçamentos familiares Methodological proposal for the individual food intake module of the Brazilian household budget survey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Massae Yokoo

    2008-12-01

    Full Text Available As alterações que vêm ocorrendo no cenário epidemiológico brasileiro, nas últimas décadas, resultam de profundas modificações sociais e econômicas que incluem, entre outros aspectos, mudanças nos hábitos de alimentação. No Brasil, o único estudo que investigou o consumo alimentar da família com abrangência nacional foi o Estudo Nacional sobre Despesa Familiar, em 1974-1975. Embora sejam de utilidade incontestável, estudos nacionais de consumo alimentar são onerosos e poucos países conseguem desenvolvê-los regularmente. Por outro lado, as pesquisas de orçamentos familiares são importantes fontes de dados de disponibilidade de alimentos no domicílio, a qual é inferida a partir do registro da compra de produtos alimentícios. As recentes modificações nos hábitos de consumo, particularmente, a realização de refeições fora do domicílio constituem limitações para a utilização de dados das pesquisas brasileira de orçamentos familiares como estimativa do consumo alimentar. Assim, o governo brasileiro propôs que a próxima pesquisa de orçamento familiar, a ser desenvolvida em 2008-2009, incluísse um módulo de consumo alimentar individual. As informações sobre o consumo dietético individual serão utilizadas para completar os dados sobre compra de alimentos. O objetivo deste trabalho é relatar a construção e o desenvolvimento da metodologia a ser utilizada no módulo de consumo alimentar individual da pesquisa de orçamento familiar 2008-2009. Os dados a serem obtidos serão combinados com as informações de disponibilidade de alimentos no domicílio para estimar o consumo alimentar usual individual.The changes that have been happening in the Brazilian epidemiological scenario in the last decades result from deep social and economic modifications that include, among other things, changes in dietary habits. In Brazil, the only study that investigated family food consumption nationally was the National Family

  11. Transformando o problema da fome em questão alimentar e nutricional: uma crônica desigualdade social Transforming the hunger problem into food and nutritional approach: a continuous social inequality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anelise Rizzolo de Oliveira Pinheiro

    2010-01-01

    Full Text Available O processo de surgimento das políticas (públicas sociais relacionadas à alimentação e nutrição no Brasil tem um curso descontínuo e negligenciado pelo Estado brasileiro ao longo de sua história. Este artigo tem como objetivo resgatar este processo e identificar elementos que dificultam a inserção da questão alimentar e nutricional na agenda política brasileira. Assim, faz um breve resgate histórico sobre o conjunto de políticas e programas sociais formulados desde a década de quarenta com vistas ao enfrentamento do problema de fome no Brasil, sinalizando a mudança dos perfis epidemiológico e nutricional da população brasileira. É necessário avançar no entendimento de que as manifestações biológicas da fome - desnutrição ou obesidade (má nutrição - são reflexos de um modelo de desenvolvimento social que privilegia o capital em detrimento do bem-estar social. A questão social também se manifesta perante o contexto alimentar e nutricional, pois a submissão da sociedade aos ditames do capital produz reflexos nos modos de comer, viver, adoecer e morrer das populações.The origin of the social (public politics related to food and nutrition in Brazil has a discontinuous and neglected course by the Brazilian State throughout its history. The objective of this article is to rescue this process and to identify elements that interfere in the insertion of the food and nutrition question in the Brazilian politics agenda. Thus, it reviews thepolitics and social programs formulated since the decade of 40s aimed to solve the problem of hunger in Brazil, identifying the changes of an epidemiological and nutritional transition of the local population. It is necessary to progress in the agreement of the biological manifestations of the hunger: malnutrition or obesity (bad nutrition is reflected on a social development model that privileges the capital in detriment of the welfare state. Also it reflects the alimentary and

  12. Estratégias de atuação do nutricionista em consultoria alimentar e nutricional da família Dietitian's procedures in food and nutrition consultancy for the family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Afonso de Almeida-Bittencourt

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é apresentar princípios e estratégias de atuação do nutricionista em consultoria alimentar e nutricional da família. O especialista nesta área, denominado personal dieter, tem por objetivo principal a educação nutricional da família. A atuação do personal dieter é baseada em três princípios fundamentais: envolvimento de todos os membros da família, promoção da alimentação saudável e aperfeiçoamento das técnicas dietéticas usadas no preparo dos alimentos. Para isso, o nutricionista realiza visitas domiciliares para conhecer a realidade da família e propõe mudanças dos hábitos alimentares por etapas. O protocolo de intervenção adaptado a cada realidade inclui, entre outras atividades, elaboração de cardápio e de lista de compra de alimentos, prescrição de dieta individualizada e treinamento de cozinheira. O conhecimento detalhado dos comportamentos, hábitos e práticas relacionados à alimentação da família favorece uma intervenção personalizada. Isto é essencial para a adoção de hábitos alimentares saudáveis e garante maior eficácia do profissional nutricionista no cuidado à nutrição e à saúde da família.The objective of this work is to present the principles and strategies of a dietitian in food and nutrition consultancy for the family. Also known as a personal diet specialist, these dietitians focus mainly on the nutrition education of the family. Their practice is based on three fundamental principles: participation of the whole family, promotion of healthy eating habits and optimization of dietary techniques used in the food preparation. To achieve these goals, the dietitian visits families in their households in order to learn about the family's lifestyle and suggests changes in their food habits one at a time. The intervention strategy is personalized and includes, among other things, designs the menu and drafts a groceries shopping list, prescribes an

  13. Desenvolvimento de um questionário de freqüência alimentar e caracterização do padrão de consumo dos trabalhadores de baixo nível sócio-econômico da cidade de Goiânia, Estado de Goiás, Brasil Development of a food frequency questionnaire (FFQ and characterization of the food pattern consumption for low - income workers in the city of Goiânia, Goiás State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luiza Ferreira Stringhini

    2005-03-01

    Full Text Available Um questionário de freqüência de consumo alimentar (QFA foi planejado para avaliar a freqüência média de consumo de alguns alimentos e caracterizar o padrão alimentar entre os trabalhadores. Uma lista de alimentos consumidos e as porções servidas, usualmente, foram obtidas através de prévias entrevistas locais, usando-se o recordatório de 24 horas e o questionário de freqüência. Uma lista foi elaborada com 127 alimentos e a composição nutricional foi calculada utilizando-se o programa DietPro versão 3.0. O QFA foi aplicado, por duas vezes, em cada indivíduo num período de seis meses. Para caracterizar o padrão de consumo alimentar, os alimentos mais freqüentemente mencionados foram identificados. Foram estudados 104 trabalhadores selecionados ao acaso. Os itens consumidos, no mínimo uma vez ao dia, por 50% dos trabalhadores foram o pão branco, margarina, café preto, açúcar branco, feijão roxinho e arroz branco. A variedade dos alimentos diariamente consumidos foi pequena. Os 30 principais alimentos básicos diários variaram de menos que 1,5 a 92%. Este questionário é um instrumento de fácil aplicação para estudar o consumo alimentar de população semelhante ao do presente trabalhoA food-frequency questionnaire (FFQ was designed to assess the average consumption frequency of food items and to characterize the food pattern among workers. A list of consumed food and usual serving sizes was compiled from previous local survey, using single 24 hours dietary recalls and frequency questionnaires. The list was composed of 127 items and the nutrient composition was calculated by the computer program DietPro version 3.0. The FFQ was administered to each subject twice in a period of six months. To characterize food pattern consumption, the most frequently mentioned foods were identified. One hundred and four (104 workers were studied, randomly selected. Items consumed at least once a day by 50% of the workers were: white

  14. Um breve percurso histórico e cultural do alimento: Questionamentos sobre consumo alimentar, cultura e educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Terezinha Camargo Pompeo Vinha

    2017-05-01

    Full Text Available The text that is presented offers a feast of ideas that are open to reflection on food, eating habits and their historically situated uses. The objective of this study is to indicate and interpret the discursive language of the possible meanings of food and its multiple affections in human consumption that crosses the interfaces between the dimensions of education and health. This writing goes through the methodological path of historiographical and philosophical research based on the reference to researchers of the theme of food, nourishment and eating habits, understanding that these habits are located in the field of culture and are not universal, inserting in the history as a cultural object. The results point to the importance of reflections and critical discussions, making it possible to understand the theme not only as an essential element for human subsistence, but also as a consumer product created according to the productive models available as an element carrier of ideologies and different readings in time and space. In this study we intend to substantiate knowledge about the theme of food and nutrition, with new possibilities for reflection. O texto que se apresenta oferece um banquete de ideias que se dispõem à reflexão a respeito do alimento, dos hábitos alimentares e de seus usos historicamente situados. O objetivo deste estudo é indicar e interpretar a linguagem discursiva depreendida dos possíveis significados do alimento e suas múltiplas afetações no consumo humano que perpassa as interfaces entre as dimensões da educação e da saúde. Nossa escrita percorre o caminho metodológico da investigação historiográfica e filosófica com base na referência a pesquisadores do tema do alimento, da alimentação e dos hábitos alimentares, entendendo que estes hábitos se situam no campo da cultura e não são universais, inserindo-se na história como objeto cultural. Os resultados encontrados apontam para a import

  15. Consumo alimentar e padrão de refeições de adolescentes, São Paulo, Brasil Food intake and meal patterns of adolescents, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar e o padrão de refeições de adolescentes, São Paulo, Brasil. MÉTODOS: Por meio do Recordatório de 24 horas, avaliou-se o consumo energético total, de macronutrientes, cálcio, ferro e vitamina A e a omissão de refeições ou sua substituição por lanche, de adolescentes de uma escola pública de Ilhabela. Comparou-se o consumo alimentar por grupo com a Pirâmide Alimentar do adolescente. Foi realizada análise descritiva, aplicou-se o teste Qui-quadrado (p OBJECTIVE: To assess food intake and meal patterns in adolescents, a cross-sectional study was conducted with 228 adolescents from a public school, SP, Brazil. METHODS: Total energy, macronutrients, calcium, iron, and vitamin A intakes were evaluated. The food pattern was compared with the eating patterns established by the Food Pyramid for adolescents. Meal frequency was assessed to identify meal skipping. Descriptive statistics and Chi Square were used. RESULTS: Mean energy intake was lower than estimated for 66% adolescents, carbohydrate intake was lower than estimated for 50% adolescents, fat intake was higher than estimated for 50% of adolescents, and protein intake was above the recommendation for 40% of adolescents. Among adolescents studied, 21% skipped breakfast and one third of them had snacks instead of lunch or dinner. CONCLUSION: The diet of adolescents had insufficient energy intake and deficient intake of fruits and vegetables. Meal patterns were satisfactory, but breakfast should be encouraged.

  16. Orientação nutricional de crianças e adolescentes e os novos padrões de consumo: propagandas, embalagens e rótulos Nutritional guidance for children and adolescents and the new consumption patterns: advertising, packaging and labeling

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Elias Pontes

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compilar e debater conhecimentos sobre os rótulos, as embalagens e a divulgação e promoção de alimentos processados que progressivamente passam a compor a dieta da população infanto-juvenil. FONTES DE DADOS: Artigos nos bancos de dados eletrônicos, Medline e SciELO nos últimos dez anos, nas línguas portuguesa e inglesa, utilizando os descritores "criança", "marketing", "hábitos alimentares", "televisão", "educação em Saúde". Também foram consultados livros, textos recentes e artigos considerados relevantes para realização dessa revisão. SÍNTESE DOS DADOS: O artigo discute o marketing de alimentos, segundo os tópicos: propagandas, embalagens e rótulos. Quanto à publicidade televisiva, foi abordada sua influência na formação dos hábitos alimentares infanto-juvenis, a qualidade nutricional dos alimentos veiculados e as alternativas para que pais e educadores possam lidar com os novos padrões de consumo. Além disso, debateram-se as embalagens enquanto meios de comunicação entre fabricante e consumidor. Sobre os rótulos, foram abordadas as novas regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária a respeito da Rotulagem Nutricional Obrigatória, bem como a importância da leitura adequada para a adoção de escolhas alimentares saudáveis. CONCLUSÕES: Espera-se que este artigo seja instrumento de atualização dos profissionais da Saúde, proporcionando atuação mais incisiva no processo de educação em saúde e nutrição. Torna-se urgente a adoção de práticas preventivas com esclarecimento aos pais e familiares cujos filhos participam ativamente da sociedade de consumo, visando minimizar os efeitos deletérios da ingestão rotineira de alimentos obesogênicos.OBJECTIVE: To debate knowledge on labeling, packaging, releases and promotion of processed foods that have been included progressively in the diets of children and adolescents. DATA SOURCE: On-line articles from Medline and SciELO database

  17. Mediações entre conceitos, conhecimento e políticas de alimentação, nutrição e segurança alimentar e nutricional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciene Burlandy

    2012-02-01

    Full Text Available Este trabalho se baseia em revisão da literatura internacional sobre abordagens conceituais relacionadas às políticas de alimentação e nutrição e de segurança alimentar e nutricional, como food policy; nutrition policy e food regimes. Propõe-se a reconhecer as relações entre os conceitos, os arranjos institucionais do Estado e a ação política em cada abordagem no contexto internacional. Adotou-se a perspectiva de que uma proposta conceitual não nasce do ponto de vista apenas do conhecimento, mas da ação política dos atores envolvidos, sendo reinventada e ressignificada em cada contexto histórico e geopolítico. Assim, carrega consigo uma intenção política, sendo resultante de projetos permanentemente em disputa, orientando e se modificando em função do que é considerado o objeto de cada política, as tentativas de resposta frente aos problemas e os arranjos institucionais necessários. Destaca-se a visão de que a construção do conhecimento transborda a contribuição acadêmica, envolvendo diferentes atores e grupos de interesse e, ao mesmo tempo, sinaliza a produção de conhecimento como militância política. Aponta, ainda, uma reflexão sobre o processo histórico de construção das abordagens conceituais e as respectivas inflexões no modo de se conceber uma política. Desta forma, os modos de explicar os fenômenos relacionados à alimentação e nutrição ou à segurança alimentar e nutricional se modificaram ao longo do tempo e revelam arranjos institucionais distintos, mais ou menos intersetoriais, ancorados em visões distintas de como tratar o problema em questão.

  18. Mortalidade por câncer de cólon e reto e consumo alimentar em capitais brasileiras selecionadas Colorectal cancer mortality and diet patterns in selected Brazilian State capitals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrícia Junqueira das Neves

    2006-03-01

    Full Text Available As taxas de mortalidade por câncer de cólon e reto mostram uma variação regional no Brasil e a heterogeneidade do padrão alimentar nas suas regiões geográficas poderia possivelmente explicar, pelo menos em parte, essas diferenças. Um estudo ecológico foi realizado com o objetivo de identificar possíveis associações entre padrões de consumo alimentar e taxas de mortalidade padronizadas por idade em capitais brasileiras selecionadas. O padrão de consumo alimentar em cada capital foi caracterizado com base no consumo de grupos de alimentos associados a essa neoplasia na literatura. Os dados de consumo de alimentos foram obtidos no ENDEF (Estudo Nacional de Despesas Familiares. A regressão linear múltipla foi utilizada para analisar as correlações entre as taxas de mortalidade e as variáveis alimentares. Essas taxas mostraram uma correlação positiva com o consumo de calorias, cereais, carnes, ovos/leite e legumes/frutas. Quando ajustado por consumo calórico total, carne e legumes/frutas foram as únicas variáveis que mantiveram uma correlação positiva. O modelo multivariado final com essas variáveis foi capaz de explicar 92% da variação das taxas de mortalidade nas capitais selecionadas. Esses resultados sugerem que diferenças no consumo calórico total e no consumo de carne e legumes/frutas poderiam explicar, parcialmente, os diferentes padrões de distribuição da mortalidade por câncer de cólon e reto no Brasil.Mortality rates for colorectal cancer show regional variations in Brazil, and the heterogeneous dietary profile observed in its geographic regions could possibly explain, at least partially, these different patterns. An ecological study was conducted to identify possible associations between dietary consumption profiles and age-standardized mortality rates for colorectal cancer in selected state capitals. The dietary profile in each capital was characterized on the basis of the consumption of groups of foods

  19. Inadequação do consumo alimentar de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil e lúpus eritematoso sistêmico Inadequate dietary intake of children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis and systemic lupus erythematosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle C. Caetano

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar o consumo alimentar de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil (AIJ e lúpus eritematoso sistêmico (LES por recordatório de 24 horas e relacioná-lo com características clínicas e antropométricas e com os medicamentos empregados. MÉTODOS: Em estudo transversal, avaliamos os recordatórios de 24 horas de pacientes ambulatoriais. O estado nutricional foi classificado pelo CDC, 2000. Para o cálculo da ingestão, utilizamos o software NutWin UNIFESP-EPM. Para a análise quantitativa e qualitativa, adotamos as Recommended Dietary Allowances e a pirâmide alimentar brasileira. RESULTADOS: A mediana de idade foi 12 na AIJ e 16,5 anos no LES. Na AIJ, 37,5% dos pacientes estavam em atividade de doença, e, no LES, 68,2% tinham Systemic Lupus Erythematosus Disease Activity Index > 4. Foi encontrada desnutrição em 8,3 e 4,5% dos pacientes com AIJ e com LES, respectivamente, e obesidade, em 16,7 e 18,2%. Na AIJ, o consumo excessivo de energia, proteína e lipídios foi de 12,5, 75 e 31,3%, respectivamente. No LES, o consumo excessivo de energia, proteína e lipídios foi de 13,6, 86,4 e 36,4%, respectivamente. Consumo deficiente de ferro, zinco e vitamina A foi observado em 29,2 e 50, 87,5 e 86,4 e 87,5 e 95,2% dos pacientes com AIJ e LES, respectivamente. Não houve relação significante entre consumo, atividade da doença e estado nutricional. CONCLUSÃO: Pacientes com doenças reumáticas apresentam inadequação do consumo alimentar. Ressaltamos a ingestão excessiva de lipídios e proteínas e a ingestão insuficiente de micronutrientes.OBJECTIVES: To evaluate the dietary intake of children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis (JIA and juvenile systemic lupus erythematosus (JSLE using a 24-hour diet recall and relating it to the patients clinical and anthropometric characteristics and to the drugs used in their treatment. METHODS: By means of a cross-sectional study, we assessed the 24-hour

  20. Representações sobre consumo alimentar e suas implicações em inquéritos alimentares: estudo qualitativo em sujeitos submetidos à prescrição dietética Representations on food intake and its implications in nutritional investigations: qualitative study with subjects submitted to dietary prescriptions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Wanda Diez Garcia

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar e discutir o caráter flexível que emergiu nos relatos sobre consumo alimentar em estudo qualitativo para avaliar práticas alimentares de pessoas submetidas a tratamento dietético por serem hipertensas e o impacto da preocupação com a saúde nestas. Os relatos de consumo alimentar foram analisados como representações sociais e se discutiu as implicações destas em inquéritos dietéticos. MÉTODOS: Em visita domiciliar foram entrevistados 30 hipertensos, sendo 15 de baixa renda e 15 de classe média. Para obtenção de informações sobre consumo alimentar foram aplicados os métodos recordatório alimentar de 24 horas, associado à história dietética e a um questionário de freqüência alimentar, no contexto de uma entrevista em profundidade semi-estruturada. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas em seu conteúdo. RESULTADOS: Situadas entre o discurso e as práticas, as representações expressaram flutuações e contradições sobre o consumo alimentar. Tais representações foram agrupadas em categorias apresentadas como: irregularidade da presença do alimento e das compras; modo de consumo conforme o tipo de alimento; variação do número de comensais; indução das respostas provocada pela busca de informações precisas por parte do entrevistador; falta de memória do entrevistado; imprecisão e contrariedade de relatos sobre consumo alimentar; uso de noções quantitativas cujos valores de referência são particulares ao sujeito e presença de terceiros testemunhando a entrevista. A estratégia metodológica utilizada permitiu observar que há menos precisão nas informações sobre consumo alimentar do que o esperado, por serem estas representações sociais, ou seja, construções mentais da realidade. Os resultados também sugerem que a abordagem da alimentação de sujeitos submetidos à prescrição dietética por meio de inquéritos alimentares pode ser insuficiente para conhecer

  1. Avaliação da adequação nutricional dos alimentos consumidos em um Centro Integrado de Educação Pública (CIEP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina V. da Silva

    1995-12-01

    Full Text Available O trabalho tem como objetivo geral avaliar a adequação nutricional dos alimentos consumidos em um Centro Integrado de Educação Pública da cidade de Americana, São Paulo. Os dados relativos ao consumo alimentar de 442 crianças de sete a 15 anos foram obtidos através da aplicação de inquérito recordatório, relativo ao consumo de 24 horas. Para a transformação dos alimentos ingeridos em energia e nutrientes, utilizou-se Tabela de Composição de Alimentos. O estabelecimento das recomendações nutricionais foi baseado no padrão definido para a população brasileira. Verificou-se que o consumo alimentar a partir dos oito anos é insuficiente para atender às necessidades energéticas das crianças. O aporte de proteína revelou-se muito acima das quantidades recomendadas para o consumo desse nutriente. Para todas as idades, a contribuição do ferro atinge valores satisfatórios. Com relação às vitaminas, destaca-se a contribuição média das refeições quanto à vitamina C, em, torno de 72%. Enfatiza-se a necessidade de que o programa seja baseado em diagnósticos prévios do estado nutricional da população alvo e de consumo alimentar doméstico, bem como recomenda-se o desenvolvimento de estudos visando a conhecer os reais motivos que condicionam o baixo consumo de alimentos, principalmente entre as crianças mais velhas.

  2. Cobertura do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional Indígena (SISVAN-I e prevalência de desvios nutricionais em crianças Yanomami menores de 60 meses, Amazônia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lídia de Nazaré Pantoja

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivos: analisar a cobertura do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional Indígena (SISVANI e estimar a prevalência de desvios nutricionais em crianças menores 60 meses, no Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami (DSEI-Yanomami. Métodos: estudo transversal descritivo, efetuado entre maio/2008 e abril/2009. Para o cálculo da cobertura considerou-se a divisão das crianças avaliadas pelo total de crianças cadastradas e incluíram-se os Pólos-Base com pelo menos um registro de peso e estatura em cada trimestre. A avaliação nutricional baseou-se no primeiro registro identificado no período em estudo e utilizou como referência as curvas da Organização Mundial da Saúde (2006. Fatores associados ao baixo peso para a idade (P/I foram analisados por meio de regressão logística. Resultados: a cobertura média nos 8 Pólos-Base selecionados foi 27,7%. Ao todo, 80,5% crianças apresentaram baixa E/I; 57,5% baixo P/I; 8,4% magreza e 5,5% sobrepeso. Registraram-se as maiores chances de baixo P/I nas crianças 36 a 59 meses e no subgrupo Sanumá (OR=2,9; IC95%: 2,1-3,9 e OR=9,8; IC95%: 5,9-16,1, respectivamente. Não houve diferenças entre sexos. Conclusões: embora a cobertura do SISVAN-I tenha sido baixa, o sistema mostrou-se útil ao revelar a grave situação nutricional das crianças do DSEIY-anomami e sinalizar para a necessidade de medidas de intervenção.

  3. EFEITO DO CONSUMO DO QUEIJO MOZZARELLA DE LEITE DE BÚFALA NO PERFIL NUTRICIONAL E SÉRICO DE RATOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Regina VERRUMA-BERNARDI

    2010-03-01

    Full Text Available

    Este trabalho teve como objetivos comparar o efeito do consumo do queijo Mozzarella elaborado com leite de búfala e de vaca por métodos de avaliação bioquímica e biológica. Foram utilizados 40 ratos machos divididos em quatro grupos: grupo Controle (GC, com ração à base de caseína; Grupo Queijo de Búfala (GQB com ração à base de queijo Mozzarella de leite de búfala, Grupo Queijo de Vaca (GQV, com ração à base de queijo Mozzarella de leite de vaca e o Grupo Aprotéico (GA. Todos os grupos receberam água e ração ad libitum. Aplicou-se a análise de variância One Way (p≤0,05, e o teste de médias de Scheffe. Os valores da Retenção Protéica Líquida (NPR do GQB foi semelhante ao do GC e menor que GBV. O coeficiente de eficácia protéica (PER e o Coeficiente de Eficácia Alimentar (CEA não apresentaram diferenças para GQB, GQV e GC. Os resultados mostraram que o queijo Mozzarella de leite de búfala foi capaz de promover o crescimento e desenvolvimento dos animais, alcançando resultados comparáveis à caseína. Não houve diferenças nos testes bioquímicos (hematócrito; hemoglobina, proteína total e albumina. Porém, os valores de colesterol sérico do GQB foram menores que o GQV, e semelhantes aos do GC, que recebeu óleo de soja como fonte de lipídeos.

  4. Educação alimentar e nutricional com universitários residentes de moradia estudantil = Food and nutritional education to residents university student housing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa, Priscila Bárbara Zanini

    2016-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar e ampliar os conhecimentos sobre alimentos para contribuir na mudança de hábitos e práticas alimentares inadequadas de adultos jovens residentes de moradia estudantil. Materiais e Métodos: Estudo quase-experimental, no qual realizou-se uma intervenção educacional na área de alimentação e nutrição com 8 universitários residentes da casa do estudante. Foram realizados encontros semanais, durante três meses, na forma de diálogos e/ou atividades lúdicas e dinâmicas. Resultados: Com os dados de um questionário sobre comportamento alimentar foi possível conhecer o comportamento alimentar dos participantes. A auto avaliação, realizada ao final da intervenção, mostrou que os mesmos incorporaram as orientações de alimentação saudável debatidas nos encontros em seu dia a dia e que se sentiam mais seguros na hora de comprar os alimentos. Pediu-se para que pontuassem de 0 a 10 alguns tópicos sobre a intervenção e a forma de condução dos encontros e obteve-se notas entre 9,4 e 10. Na dinâmica de “verdadeiro ou falso”, em que se fez afirmativas que englobavam todos os assuntos abordados nos encontros, houve uma taxa de acerto das questões de 90 a 100%. Conclusão: Os encontros instigaram os universitários a mudarem alguns aspectos inadequados de sua alimentação e permitiram uma autonomia na hora de comprar alimentos (industrializados ou in natura

  5. Conocimientos, percepciones y comportamientos relacionados con el consumo de sal, la salud y el etiquetado nutricional en Argentina, Costa Rica y Ecuador Knowledge, perceptions, and behavior related to salt consumption, health, and nutritional labeling in Argentina, Costa Rica, and Ecuador

    OpenAIRE

    Germana Sánchez; Lorena Peña; Soledad Varea; Patricia Mogrovejo; María Lorena Goetschel; María de los Ángeles Montero-Campos; Raúl Mejía; Adriana Blanco-Metzler

    2012-01-01

    OBJETIVO: Identificar los conocimientos, percepciones y comportamientos relacionados con el consumo de la sal y el sodio alimentarios y su relación con la salud y el etiquetado nutricional de los alimentos, en tres países de la Región. MÉTODOS: Estudio cualitativo-exploratorio basado en entrevistas semiestructuradas, según las categorías del modelo de creencias en salud. Se realizaron 34 entrevistas y 6 grupos focales con líderes comunales (71 informantes en total) en áreas rurales y urbanas ...

  6. Política de segurança alimentar e nutricional no Brasil: uma análise da alocação de recursos Food and nutrition security policy in Brazil: an analysis of resource allocation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Battaglia Custódio

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a evolução e a distribuição dos recursos da União para programas e ações que se inserem nas diretrizes brasileiras da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (PNSAN no período de 2004 a 2010. MÉTODOS: Este estudo descritivo utilizou dados do Portal da Transparência mantido pela Controladoria Geral da União, que gera planilhas de Excel para cada pesquisa realizada. Para o levantamento dos recursos alocados, foi organizada uma base de dados contendo todas as ações executadas pelo governo federal entre 2004 e 2010. Essa base foi revisada e as ações que não eram relativas à PNSAN foram descartadas. Os montantes anuais obtidos tiveram os valores corrigidos pelo Índice de Preços ao Consumidor e atualizados para o ano de 2010. Como as ações são parte de programas específicos, a soma dos recursos destinados a todas as ações de um programa equivaleu aos recursos destinados ao programa como um todo. Os programas foram então hierarquizados de acordo com o volume de recursos recebidos em 2010. RESULTADOS: Das 5 014 ações que receberam recursos da União no período, 814 foram relacionadas à PNSAN (229 programas. Houve crescimento dos recursos alocados para os programas da PNSAN, alcançando, em 2010, US$ 15 bilhões (82% superior ao gasto no ano de 2004. A maior proporção dos recursos foi absorvida pelo Programa Bolsa Família. Dez programas receberam 90% dos recursos, sendo cinco ligados aos processos de produção alimentar. CONCLUSÕES: A PNSAN vem recebendo aporte crescente de recursos concentrados em ações e programas que favorecem a segurança alimentar e nutricional.OBJECTIVE: To describe the progression and distribution of federal funds for programs and activities that fall within the scope of the guidelines of the Brazilian National Policy on Food and Nutrition Security (PNSAN in the period from 2004 to 2010. METHODS: This descriptive study used data from the Transparency Website

  7. Avaliação antropométrica e consumo alimentar em crianças menores de cinco anos residentes em um município da região do semiárido nordestino com cobertura parcial do programa bolsa família Anthropometric assessment and food intake of children younger than 5 years of age from a city in the semi-arid area of the Northeastern region of Brazil partially covered by the bolsa família program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Regina Dias Médici Saldiva

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as condições de saúde e nutrição de crianças menores de cinco anos, e associar a qualidade do consumo alimentar aos beneficiários do Programa Bolsa Família de um município do semiárido brasileiro. MÉTODOS: Foram avaliadas 189 crianças, a partir de uma amostragem de 411 domicílios do município de João Câmara (RN. Foram realizadas medidas de peso e altura, e levantadas às condições socioeconômicas e determinação dos hábitos alimentares. Para o diagnóstico nutricional das crianças foram utilizados os indicadores Peso/Idade, Altura/Idade e Peso/Altura. Análises univariadas foram realizadas e modelos bivariados e multivariados de regressão logística foram construídos para testar a hipótese do estudo. RESULTADOS: O déficit de peso foi de 4,3% e o de altura de 9,9%, e o excesso de peso de 14,0%. Não foram encontradas diferenças estatísticas entre o estado nutricional de crianças beneficiárias e não beneficiárias do Programa Bolsa Família. Em ambos os grupos, os consumos de frutas, verduras e legumes foram baixos e semelhantes entre si. As crianças do programa bolsa família têm risco três vezes maior de consumir guloseimas (OR 3,06 - IC 1,35-6,95. CONCLUSÃO: Os resultados do padrão de consumo alimentar dessa população apontam para uma situação de "risco alimentar e nutricional", e exigem uma intervenção por parte dos profissionais de saúde para a promoção da alimentação saudável.OBJECTIVE: The objective of this study was to assess the health and nutritional status of children under five years of age and to associate the quality of the foods consumed with the Bolsa Família Program in a city located in the Brazilian semi-arid region. METHOD: A total of 189 children from a sample of 411 households in the city of João Câmara (RN were assessed. Weight and height were measured and socioeconomic and food habits were determined with the use of questionnaires. The nutritional status of

  8. Modernidade alimentar e consumo de alimentos: contribuições sócio-antropológicas para a pesquisa em nutrição Dietary modernity and food consumption: socio-anthropological contributions to research in nutrition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Brasil Fonseca

    2011-09-01

    Full Text Available Este trabalho buscou apresentar o que a modernidade alimentar representa para a sociologia e a antropologia, questão que é discutida a partir de revisão bibliográfica. Considera-se inicialmente a presença do tema alimentação nos estudos das ciências sociais, enfocando-se as abordagens relacionadas à modernidade alimentar, especialmente o trabalho de Claude Fischler. Privilegiou-se o registro das questões relacionadas à alimentação e às mudanças no mundo do trabalho, ampliação do comércio, feminização da sociedade e a questão das identidades. Ao compreender o fenômeno alimentar e o seu consumo em uma abordagem mais qualitativa pode-se avançar na construção das ciências nutricionais, privilegiando-se uma abordagem compreensiva sobre o alimento e a alimentação nos dias atuais. Como recomendação os estudos atuais devem se dedicar à investigação do consumo alimentar como um fenômeno social para que se agreguem novos componentes analíticos ao conjunto de resultados com o enfoque biomédico.The scope of this work was to illustrate what dietary modernity represents for sociology and anthropology, which is a subject based on a bibliographic review that is discussed in this article. Initially, the presence of the theme of food and nutrition was assessed in studies in the social sciences, by focusing on the approaches related to dietary modernity, especially as found in the works of Claude Fischler. The main subjects of discussion were related to food and nutrition and changes in the work environment, the expansion of commerce, the feminization of society and the question of identity. By understanding the food phenomenon and consumption thereof using a more qualitative approach, it is possible to make progress in configuring the nutritional sciences, adopting a comprehensive approach to food and nutrition in this day and age. Future studies should be dedicated to investigating food consumption as a social phenomenon in

  9. O impacto da educação alimentar e nutricional na prevenção do excesso de peso em escolares: uma revisão bibliográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aillen Leite Araújo

    2017-03-01

    Full Text Available O ambiente escolar apresenta grande potencial para a realização de ações educativas, sobretudo de Educação Alimentar e Nutricional (EAN para a prevenção e controle do sobrepeso e obesidade. Dessa forma, objetivou-se realizar uma revisão sistemática de artigos e trabalhos científicos acerca do impacto da EAN nas ações de prevenção e controle do excesso de peso entre escolares nos últimos dez anos (2005-2015 no país. A revisão sistemática constou em uma busca de trabalhos científicos nas bases de dados SciELO, LILACS, MEDLINE e em bibliotecas especializadas tais como BVS, biblioteca da USP, UNESP e ENSP/Fiocruz/RJ. O estudo totalizou 90 referências, dessas, 18 foram selecionadas. Observou-se um baixo número de publicações na área e no período analisado. Os resultados dos estudos apontaram para mudanças no comportamento alimentar dos escolares e melhoria do conhecimento sobre alimentação saudável, dessa maneira, conclui-se que as ações de EAN apresentaram impacto positivo na prevenção do sobrepeso e obesidade entre os escolares e, portanto, devem ser incentivadas no país. ABSTRACT The impact of Food and Nutrition Education in overweight prevention in school: a literature review The school environment has great potential to carry out educational activities, especially for Food and Nutrition Education (FNE for the prevention and control of overweight and obesity. Thus, the objective was to conduct a systematic review of articles and scientific papers on the impact of FNE in prevention and control of overweight among school children in the past decade (2005-2015 in the country. The systematic review consisted in a search of scientific studies on the databases SciELO, LILACS, MEDLINE and specialized libraries such as BVS, library USP, UNESP and ENSP / Fiocruz / RJ. The study totaled 90 references, of these 18 were selected. There was a low number of publications in the area and the period analyzed. The results of the

  10. Validade das estimativas de ingestão energética de três métodos de avaliação do consumo alimentar, em relação à água duplamente marcada

    OpenAIRE

    Fernanda Baeza Scagliusi

    2007-01-01

    O gasto energético total (GET) pode ser usado como medida da ingestão energética (IE). Existe um constante sub-relato da IE obtida por métodos de avaliação do consumo alimentar, mas poucos estudos o investigaram em nações em desenvolvimento. Objetivos: a) comparar a validade das estimativas de IE de um questionário de freqüência alimentar, três recordatórios alimentares e um diário alimentar de três dias, segundo a água duplamente marcada; b) determinar a influência da prática de atividade fí...

  11. Segurança Alimentar e Consumo: Rastreabilidade e Certificação de Grãos GM e NON-GM

    OpenAIRE

    Myszczuk, Ana Paula; Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR; Wandscheer, Clarissa Bueno; Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR; Glitz, Frederico; Universidade Federal do Paraná – UFPR

    2010-01-01

    As graves crises alimentares ocorridas na Europa na década de 90 mudaram o cenário mundial referente à produção de alimentos, e, no que diz respeito aos organismos geneticamente modificados, em razão da inexistência de estudos conclusivos a respeito de seus efeitos sobre a saúde humana e ao meio ambiente, exige-se cautela na sua produção, apresentando-se a rastreabilidade e os sistemas de identidade preservada como alternativas para garantir a segurança alimentar do consumidor. O presente art...

  12. Consumo alimentar de população adulta residente em área rural da cidade de Ibatiba (ES, Brasil Consumption to feed of resident adult population in rural area of the city of Ibatiba (ES, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilaine Oliveira Carvalho

    2011-01-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo transversal no qual foi aplicado um questionário de frequência alimentar (QFCA em 150 adultos residentes em área rural da cidade de Ibatiba (ES. O QFCA classificou o consumo alimentar como: habitual (> 4 vezes na semana, não habitual (It is a transverse study where a questionnaire of alimentary frequency was applied (QAF in 150 adults resident of the rural area of the city of Ibatiba (ES, Brazil. QAF classified the alimentary consumption as: habitual (> 4 times in the week, not habitual (<4 times in the week and rarely (1 time a month, with objective of correlating the alimentary consumption with the chronic-degenerative diseases. The results evidenced a habitual consumption of rice, breads, stalk, bean, cow milk, animal fat, margarine, sugar and coffee, and a non habitual consumption of cake, potato, cookies, manioc, sweet potato, chayote, carrot, beet, pumpkin, juice of fruits, banana, orange, guava, mango and tangerine. It can be concluded that the feeding habit presented by the studied population it can come to increase in a medium or long period the prevalence and occurrences of chronic-degenerative diseases as hypertension, diabetes, obesity and coronary diseases. The alimentary consumption of this population needs concern, because when compared with the national patterns, it is observed some inadequacies, and it is known that this picture comes to every day causing damages the public health.

  13. Consumo de fibra alimentar e de macronutrientes por crianças com constipação crônica funcional Fiber and nutrients intake in constipated children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosane C. Gomes

    2003-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estimar o consumo de fibra alimentar e de macronutrientes por crianças com constipação crônica funcional atendidas em ambulatório especializado. CASUÍSTICA E MÉTODOS: O estudo caso-controle foi desenvolvido no Hospital de Pediatria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, Brasil. Foram analisadas 54 crianças na faixa etária de 2 a 12 anos com constipação crônica funcional, pareadas por sexo e faixa etária com 50 crianças sem constipação (grupo-controle. A avaliação do consumo alimentar foi feita através do registro alimentar de 3 dias e a análise e adequação das dietas foram realizadas por programa informatizado. RESULTADOS: Em 59,3% dos casos a constipação teve início nos dois primeiros anos de vida. Não houve diferença quanto ao sexo no grupo com constipação, nem associação entre constipação e desnutrição nas crianças estudadas. A quantidade de alimentos ingerida por crianças com constipação foi menor quando comparada à do grupo-controle. O consumo médio diário de energia, proteínas, carboidratos e lipídios foi significativamente menor no grupo de crianças com constipação, assim como os percentuais de adequação calórica e protéica. A ingestão média de fibra alimentar total (g/dia foi estatisticamente menor no grupo com constipação (6,9 + 3,4 do que no grupo controle (8,6 + 4,2. A proporção de crianças consumindo menos fibra alimentar em relação ao mínimo recomendado pela Fundação Americana de Saúde (idade + 5 g foi maior no grupo com constipação (83,3% do que no grupo controle (66,0%. A odds ratio foi igual a 2,6. CONCLUSÕES: Houve menor consumo de fibra alimentar, de energia, proteínas, carboidratos e lipídios por crianças com constipação, assim como menor percentual de adequação calórica e protéica. O baixo consumo de fibra alimentar foi considerado como fator de risco para o desenvolvimento de constipação crônica funcional

  14. Associação entre medidas antropométricas, de composição corporal, bioquímicas e de consumo alimentar em indivíduos com excesso de peso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila de Oliveira Ramos

    2013-06-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a associação entre medidas antropométricas, de composição corporal, bioquímicas e de consumo alimentar em indivíduos com excesso de peso. Métodos: Estudo do tipo transversal, com amostra de conveniência composta por 31 indivíduos, com idade entre 19 e 59 anos. Foram realizadas avaliações antropométricas, bioquímicas e análise da composição da dieta. Após, foi calculado o índice de qualidade da dieta (IQD. Na análise estatística, o teste de Shapiro-Wilk verificou a distribuição das variáveis, Wilcoxon-Mann- Whitney-U as diferenças entre as variáveis e correlação de Spearman/Pearson rastreou a associação entre os valores. Foi adotado um p com 5% de probabilidade. Resultados: A análise da composição da dieta permitiu observar uma média de consumo acima das Dietary Reference Intakes para carboidrato (323,31±33,11g, proteína (80,15±29,84g, lipídeo (77,42±31,87g e sódio (2896,99±1119,05mg. Os valores para o IQD variaram entre 2 e 12 pontos, apresentando valor médio de 6,5±2,2. Foram encontradas correlações entre IQD e prega cutânea suprailíaca, colesterol total, e LDL-c (mg/dL, dentre outras. Conclusão: A amostra estudada apresentou um perfil de ingestão alimentar composto por alimentos ricos em carboidratos, lipídeos e sódio. A elevada média da pontuação do IQD (dieta pobre reflete a importância de medidas de intervenção visando à melhoria do padrão alimentar desses indivíduos.

  15. Padrão alimentar de mulheres com câncer de mama: um estudo a posteriori

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Sedó Sarkis

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar o padrão alimentar a posteriori de mulheres com câncer de mama. Métodos: Estudo observacional, transversal e analítico. Foram avaliadas 100 mulheres com câncer de mama submetidas à quimioterapia / radioterapia, atendidas em um centro de câncer na cidade de Fortaleza, de Julho-Dezembro de 2012. Os dados clínicos, socioeconômicos e antropométricos foram analisados. Para avaliação do consumo foi utilizado um QFA validado, e o consumo diário de cada alimento foi definido em gramas. Então eles foram agrupados de acordo com sua composição nutricional, seguindo a pirâmide alimentar adaptada à população brasileira, em 10 grupos de alimentos. Resultados: Idade média 50,9 anos, com prevalência de carcinoma ductal (83% em estágio III (60%. A média do IMC indica excesso de peso (28,3 kg/m2 e a circunferência da cintura estava acima do recomendado (98,6 cm. Nós identificamos quatro componentes alimentares e 21% da variância da dieta foi explicado pelo componente alimentar 1 (Risk, com a matriz composta por carne vermelha e processada, óleos e gorduras e cereais. Conclusão: O padrão alimentar das pacientes foi caracterizado por uma dieta de risco.

  16. Avaliação do consumo alimentar em creches públicas em São Paulo, Brasil Evaluación del consumo alimentar en guarderías públicas en São Paulo, Brasil Evaluation of food consumption at public day care centers in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Longo-Silva

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo energético e a adequação da dieta de crianças frequentadoras de berçários de creches públicas e filantrópicas no município de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal em 16 berçários, frequentados por 236 crianças com idades entre 12 e 29 meses. A coleta dos dados foi realizada pelo método de pesagem direta durante três dias não consecutivos. Para o cálculo nutricional, foi utilizado o software DietWin Profissional 2.0®, sendo posteriormente calculada a adequação do consumo de energia, proteína, ferro, vitamina A e vitamina C. Para o cálculo de proteína, ferro, vitamina A e C, foi utilizada como referência a necessidade média estimada (Estimated Average Requiremen do National Research Council (2002. O cálcio foi avaliado pela ingestão adequada (Adequate Intake, 1999. A avaliação da ingestão de energia foi realizada com base na necessidade energética estimada (Estimated Energy Requirement, 2002. Os dados foram analisados no programa Epi-Info 2000, versão 3.4.3. RESULTADOS: Foram identificados déficits médios para energia (49,78%, ferro (81,67%, cálcio (57,44%, excessos de proteína (183,27% e vitaminas A (126,86% e C (57,44%. A distribuição dos percentuais de adequação dos macronutrientes mostrou-se inadequada para lipídeos. CONCLUSÕES: Embora os cardápios servidos em creches sejam planejados por nutricionistas, os resultados apontam possíveis falhas no processo da alimentação infantil relacionadas à preparação, porcionamento e/ou práticas de oferta dos alimentos. Tais achados reforçam a necessidade de ações de educação e supervisão em saúde para garantir o fornecimento de alimentação adequada a este grupo populacional.OBJETIVO: Evaluar el consumo energético y la adecuación de la dieta de niños frecuentadores de guarderías públicas y filantrópicas en el municipio de São Paulo. MÉTODOS: Estudio transversal en 16 nidos, frecuentados por 236 niños con

  17. Giardia intestinalis and nutritional status in children participating in the complementary nutrition program, Antioquia, Colombia, May to October 2006 Giardia intestinalis e estado nutricional em crianças participantes do programa de nutrição complementar, melhoramento alimentar e nutricional da Antioquia (MANA - Instituto Colombiano de Bem-Estar Familiar (ICBF, Antióquia, Colombia, maio a outubro de 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge H. Botero-Garcés

    2009-06-01

    Full Text Available Giardia intestinalis infection is prevalent throughout the world and widely distributed in developing countries. In general, children display serious consequences to their state of health, including slow height-weight development; therefore, the main aim of this study was to determine the association between Giardia infection and the nutritional status of children who participate in the program of complementary feeding (Mejoramiento Alimentario y Nutricional de Antioquia (MANA - Instituto Colombiano de Bienestar Familiar (ICBF. A cross-sectional study examining the association of giardiasis with nutritional status was conducted. A total of 2035 children aged eight months to six years-old were studied. Data were collected using structured questionnaires, anthropometric measurements and laboratory analysis of blood and stool samples. Analysis of the results showed that 27.6% of children were infected with G. intestinalis, while 8.1% and 1.9% were mildly and significantly underweight, respectively, and 14.1% presented stunting. Giardiasis was statistically identified as a strong predictor of stunting in this study population.A infecção pela Giardia intestinalis está amplamente distribuída no mundo apresentando a maior prevalência nos países em desenvolvimento. Em crianças, esta parasitose pode ter conseqüências graves no estado geral de saúde assim como no ganho de peso e estatura. O objetivo desta pesquisa foi estabelecer a associação entre a infecção com Giardia e o estado nutricional das crianças beneficiárias do programa de complementação alimentar - MANA. Um estudo de corte no qual foram avaliadas 2035 crianças entre os oito meses e os seis anos de idade foi realizado. A informação foi obtida a partir de questionários estruturados, medições antropométricas e exame de fezes. Os resultados mostraram que 27,6% das crianças estavam infectadas com Giardia intestinalis, das quais 8,1% apresentaram desnutrição moderada

  18. Consumo alimentar de macro e micronutrientes de crianças menores de cinco anos no Estado de Pernambuco, Brasil Dietary intake of macro and micronutrients by children under five years of age in the State of Pernambuco, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristianne Martins Ferreira Fidelis

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar o consumo alimentar de macro e micronutrientes, com base na Dietary Reference Intakes, das crianças menores de cinco anos do Estado de Pernambuco, considerando três áreas geográficas: Região Metropolitana do Recife, Interior Urbano e Interior Rural. MÉTODOS: a amostra constitui-se de 948 crianças menores de cinco anos de idade, com representatividade para o Estado de Pernambuco e suas três áreas geográficas. O consumo alimentar foi registrado mediante o recordatório de 24 horas e foram analisadas as medianas e prevalências de inadequação dos macro e micronutrientes de acordo com as Dietary Reference Intakes. RESULTADOS: o déficit de energia e micronutrientes mostrou-se prevalente nas crianças, em todas as faixas etárias e áreas geográficas; entretanto, o consumo de proteínas apresentou-se acima dos valores de referência. A prevalência de inadequação dos micronutrientes foi elevada, principalmente de ferro e zinco, nas crianças acima de 12 meses de idade. Os resultados no Interior Rural foram os mais baixos para todos os nutrientes analisados. CONCLUSÕES: o consumo alimentar das crianças do Estado de Pernambuco demonstrou déficit de energia, de macro e micronutrientes. Espera-se que estes resultados possam servir como subsídios para implementação de políticas de nutrição e alimentação no Estado, visando prevenir os principais distúrbios nutricionais em menores de cinco anos.OBJECTIVE: to analyze the food consumption of macro and micronutrients by children under fiver years old in the State of Pernambuco based on the Dietary Reference Intakes, in three geographic areas: Metropolitan Region of Recife, Urban Interior and Rural Interior. METHODS: the sample consisted of 948 children under five years old and was representative for the State of Pernambuco and its three geographic areas. The 24-hour recall method was used to register food consumption. The median and the prevalence of both macro and

  19. Subnotificação da ingestão energética na avaliação do consumo alimentar Underreporting of energy intake in dietary assessment methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Baeza Scagliusi

    2003-12-01

    Full Text Available Informações válidas sobre o consumo de energia e nutrientes são um pré-requisito em muitas pesquisas de nutrição humana, principalmente nos estudos epidemiológicos sobre dieta e saúde. Até o advento da água duplamente marcada, não era possível validar as avaliações do consumo energético de forma externa e independente. Este marcador demonstrou a existência de significativa subnotificação da ingestão energética. Esta pesquisa objetiva discutir os principais aspectos relacionados a tal fenômeno: prevalência, determinantes, especificidade de nutrientes e formas de controle. O sub-relato parece estar associado à obesidade e a características psicossociais, como a restrição dietética e o desejo de ajuste social. Todos os métodos de avaliação do consumo possuem erros inerentes, sendo portanto suscetíveis à sub ou superestimação (menos comum. O sub-relato demonstra atingir predominantemente alimentos específicos, ricos em lipídeos e carboidratos, o que insere grande viés nas inferências baseadas em levantamentos do consumo alimentar. Este artigo também discute como controlar tal erro e recomenda que as estimativas do consumo energético sejam confrontadas com o gasto energético, a fim de detectar a subnotificação.Valid data on energy and nutrient consumption are necessary in human nutrition research, mainly in epidemiologic studies concerning diet and health. Until the advent of doubly labeled water, it was not possible to validate dietary assessment methods using an independent procedure and this marker showed an important underreporting of energy intake. This paper aims to discuss the major aspects related to this phenomenon: prevalence, determinants, nutrient specificity and attenuation. Underreporting seems to be associated with obesity and with psychological and social factors, such as dietary restraint and social desirability. Error in the dietary assessments may lead to under- or over-estimation (less

  20. Consumo alimentar de escolares das redes pública e privada de ensino em São Luís, Maranhão Food consumption of schoolchildren from private and public schools of São Luis, Maranhão, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Ismael Oliveira da Conceição

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar de 570 escolares de 9 a 16 anos das redes pública e privada de ensino, em São Luís (MA, matriculados da 4ª à 8ª séries, em 2005. MÉTODOS: Os dados de consumo alimentar foram coletados por meio de Inquérito Alimentar Recordatório de 24 horas. O consumo de energia, macronutrientes, vitamina A, vitamina C, ferro e cálcio foram comparados às Dietary Reference Intakes. Considerou-se o número de vezes em que os alimentos apareceram na dieta e o seu agrupamento foi feito de acordo com a proposta da Pirâmide Alimentar Brasileira. O teste do qui-quadrado foi utilizado na análise estatística. RESULTADOS: O baixo consumo de alimentos embutidos (em torno de 6%, o adequado consumo de carnes e ovos (95,9% e a baixa omissão do desjejum (3,2%, almoço (2,2% e jantar (3,1% foram aspectos favoráveis da dieta. Por outro lado, elevado consumo de biscoitos (52,6%, baixo consumo de frutas (52,6% e hortaliças (34,4%, elevado consumo de açúcares e doces (69,4%, óleos e gorduras (65,6%, além do consumo de refrigerantes (25,8% e sucos industrializados (35,8% ter sido maior do que o consumo de sucos naturais (23,4% foram aspectos negativos da dieta. Observou-se consumo insuficiente de energia em 66,3% dos escolares, de lipídeos em 30,2%, de vitamina A em 28,7%, de vitamina C em 59,2% e cálcio em 98,8%. CONCLUSÃO: Estratégias educativas para assegurar a formação de hábitos alimentares saudáveis devem abranger conteúdos comuns e específicos, refletindo diferenças no consumo alimentar de alunos das escolas públicas e privadas.OBJECTIVE: This study assessed the food consumption of 570 students aged 9-16 years, in grades 4-8 in 2005, from public and private schools of São Luís, Maranhão, Brazil. METHODS: Food consumption was determined by the 24-hour recall. Energy, macronutrient, vitamins A and C, iron and calcium intakes were compared with the Dietary Reference Intakes. The number of times each food

  1. Perfil nutricional de adolescentes praticantes de exercício resistido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emília Gama de Carvalho

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar o perfil nutricional de adolescentes praticantes de exercício resistido, determinando a adequação do consumo calórico de macronutrientes e micronutrientes e o estado nutricional destes. Métodos: Tratou-se de um estudo do tipo observacional, transversal e descritivo, realizado de agosto a setembro de 2010 em uma academia de Fortaleza-CE, sendo aplicado, com os adolescentes, um questionário contendo dados de identificação, antropométricos, alimentares e complementares. Os dados foram analisados através do software Avanutri, que avaliou o estado nutricional e o consumo calórico de macronutrientes e micronutrientes dos adolescentes. Resultados: A amostra do estudo constituiu-se de 33 alunos, dos quais 66,7% (22 eram do sexo masculino e 33,3% (11, do sexo feminino. Destaca-se que a maioria do sexo masculino – 60,6% (20 – e do sexo feminino – 27,3% (9 – encontrava-se com o Índice de Massa Corporal (IMC adequado. Quanto à ingestão calórica, predominou o consumo insuficiente entre os meninos – 39,4% (13. Com relação aos macronutrientes, o consumo insuficiente de carboidratos predominou em ambos os sexos. A ingestão proteica estava adequada na maioria do grupo e o consumo lipídico predominante foi excessivo. Quanto aos micronutrientes, houve grande inadequação, principalmente na ingestão de cálcio, vitaminas A, B2, B6, zinco, magnésio e cobre. A vitamina E, niacina e piridoxina estavam sendo consumidas em valores possivelmente nocivos. Conclusão: Apesar de a maioria dos adolescentes ter apresentado estado nutricional normal, os recordatórios analisados demonstraram uma grande inadequação, podendo, em longo prazo, trazer prejuízos à saúde.

  2. O enfoque qualitativo na avaliação do consumo alimentar: fundamentos, aplicações e considerações operacionais The qualitative approach in the evaluation of food consumption: fundamentals, applications and operational considerations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Magalhães Bosi

    2011-12-01

    Full Text Available Disputas grosso modo infundadas entre defensores dos enfoques qualitativo e quantitativo têm impedido o reconhecimento dos benefícios das aplicações combinadas de ambos os métodos em um mesmo estudo, ou seja, de uma abordagem multidimensional e integrada. Não obstante, em anos recentes, o campo da Nutrição em Saúde Coletiva vem vivenciando um aumento na condução de estudos orientados não apenas pela mensuração, mas pela combinação de métodos qualitativos e quantitativos. Com efeito, o enfoque qualitativo tem muito a contribuir para a investigação do consumo alimentar, dentre vários outros objetos e temáticas, nas quais sobressai a importância do aprofundamento da compreensão da produção subjetiva, expressa em crenças, atitudes e comportamentos. Este artigo resume a natureza, os fundamentos e a utilidade do enfoque qualitativo em pesquisas no âmbito da alimentação e nutrição, esclarecendo como esses métodos têm sido ou podem ser usados para estudar os complexos problemas que se apresentam nesse campo, circunscrevendo a discussão ao âmbito dos estudos sobre consumo alimentar. A integração de ambos os métodos, qualitativo e quantitativo, mediante a complementaridade metodológica, pode minimizar os limites do emprego de cada enfoque de forma isolada.Unfounded disputes between advocates of qualitative and quantitative approaches have hindered the recognition of the benefits of combined application of both methods in the same study, ie, a multidimensional and integrated approach. Nevertheless, in recent years, the field of Nutrition in Public Health has experienced an increase in conducting studies guided not only by measurement, but by the combination of qualitative and quantitative methods. Indeed, the qualitative approach has much to contribute to research in food consumption, among many other objects and themes, in which stands the importance of deepening the understanding of subjective production, expressed

  3. A organização da Vigilância Alimentar e Nutricional no Sistema Único de Saúde: histórico e desafios atuais Organization of Food and Nutritional Surveillance within the Brazilian National Health System: history and current challenges

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janine Giuberti Coutinho

    2009-12-01

    Full Text Available A Política Nacional de Alimentação e Nutrição ressalta a importância do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN, que se destina à identificação do diagnóstico descritivo e analítico da situação alimentar e nutricional da população brasileira, contribuindo para que se conheça a natureza e a magnitude dos problemas nutricionais do país. Este artigo visa apresentar o histórico das ações da Vigilância Alimentar e Nutricional no Brasil, desde sua idealização até a prática atual, destacando a superação das limitações encontradas ao longo dos anos, o fortalecimento obtido por meio dos marcos legais e os desafios enfrentados neste momento. Entende-se hoje que o SISVAN só pode ser conduzido utilizando-se uma combinação de estratégias, sendo as principais: o sistema informatizado do SISVAN, os inquéritos populacionais, as Chamadas Nutricionais, a análise das bases de dados nacionais da saúde, o acesso à produção científica e o financiamento de pesquisas sobre o tema.The National Food and Nutrition Policy emphasizes the importance of the Food and Nutritional Surveillance System (SISVAN, which has the purpose of determining descriptive and analytical diagnoses of the food and nutritional status of the Brazilian population. It thus contributes towards providing knowledge on the nature and magnitude of the country's nutritional problems. The present paper aimed to present the history of food and nutritional surveillance actions in Brazil, from the time of concept design to current practice. The surmounting limitations encountered over the years, strengthening obtained through legal milestones and challenges currently faced are highlighted. The view taken is that SISVAN can only be managed today through a combination of strategies. Of these, the main ones are the SISVAN information technology system, population-based surveys, Nutrition Days, and analysis of national healthcare databases, along with access

  4. Escores de consumo alimentar e níveis lipêmicos em população de São Paulo, Brasil Food consumption scores and serum lipids levels in the population of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélida Schmid de Fornés

    2002-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo alimentar avaliado por meio de escores de consumo e relacionar esses escores com os níveis de colesterol total e de lipoproteínas de baixa e alta densidades em população da área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no município de Cotia, São Paulo, em amostra representativa de 1.045 adultos, foram determinados níveis de lipídeos séricos e a ingestão de alimentos por meio da freqüência de consumo alimentar. Foram utilizados escores de padrão de consumo, estabelecendo um peso para cada categoria de consumo baseado na freqüência anual, obtendo-se, assim, a distribuição quintilar do escore I (alimentos considerados de risco para doenças cardiovasculares e escore II (alimentos protetores. Foram comparados os valores médios das lipoproteínas para cada um dos quintis pela análise de variância, e foram verificadas possíveis relações entre os escores de consumo e as frações de lipídeos séricos, mediante modelos de regressão linear múltipla (stepwise forward. RESULTADOS: Observou-se aumento significativo dos níveis médios de lipídeos, segundo quintis de consumo do escore I para colesterol total e para lipoproteína de baixa densidade-colesterol, e constatou-se um comportamento inverso e significativo dos níveis desses lipídeos séricos em relação ao escore II. O escore I correlacionou-se positivamente e significativamente a esses lipídeos, e o escore II apresentou correlação inversa e significativa com esses constituintes sangüíneos. CONCLUSÕES: Em estudos populacionais, a análise da freqüência de consumo de alimentos por meio de escores pode ser um método de escolha para avaliar qualidade de dieta e de seu potencial efeito nos níveis séricos de colesterol total e de lipoproteínas de baixa densidade.OBJECTIVE: To study food patterns assessed using scores of consumption and their relationship with serum total cholesterol (TOTAL-C, low

  5. Relationship between the quality of life and food consumption of teachers from private network Relação entre a qualidade de vida e o consumo alimentar de professores de rede privada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Keliane Galdino da Silva

    2017-10-01

    Full Text Available Objetivo: Relacionar a qualidade de vida (QV e o consumo alimentar (CA de professores de rede privada. Métodos: Estudo transversal que avaliou a QV, o CA e a classe econômica. Resultados: Em relação à QV dos 107 professores, 64,5% foram classificados com boa e 19,6% com muito boa, 70,1% pertence à classe C e 64,5% mostraram CA satisfatório. Os escores de alimentação (EA se correlacionaram significantemente com os domínios da QV, físico, psicológico, social e ambiental e, com a QV geral. Quanto maior o EA nos quartis melhores os domínios físico, psicológico e ambiental. Conclusão: Quanto maior o EA melhor a QV de professores. Assim, a alimentação saudável pode contribuir com a promoção da saúde refletindo em melhor QV.

  6. Situación nutricional en jóvenes. Diferencias en función de su consumo de productos lácteos

    OpenAIRE

    González Gomis, Mercedes

    2015-01-01

    Los jóvenes son un colectivo muy vulnerable desde el punto de vista nutricional ya que sus necesidades de nutrientes son muy elevadas, especialmente en el colectivo femenino. Por otra parte, experimentan cambios antropométricos y dietéticos y presentan gran preocupación por el peso corporal junto con un desconocimiento importante en temas de alimentación. La dieta de la población joven, en general, es mejorable caracterizándose por un elevado aporte de lípidos y proteínas en detrimento de los...

  7. Calidad nutricional y consumo de morera (Morus alba, ramio (Bohemeria nivea (L Gaud y sorgo negro forrajero (Sorghum almum en cabras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Elizondo Salazar

    2004-01-01

    Full Text Available Calidad y consumo de morera (Morus alba, ramio (Bohemeria nivea (L Gaud y sorgo negro forrajero (Sorghum almum en cabras. El experimento se llevó a cabo en la Estación Experimental Alfredo Volio Mata de la Universidad de Costa Rica. Se evaluó y comparó el consumo de morera, ramio y sorgo negro forrajero en nueve cabras raza La Mancha, con un peso promedio de 38 (±1 kg, distribuidas en un diseño de cuadrado latino 3 x 3 repetido. Los tratamientos experimentales fueron: a dieta única de morera, b dieta única de ramio y c dieta única de sorgo negro. La morera con una edad de rebrote de 90 días, el ramio con 56 días y el sorgo negro con 70 días. El forraje se suministró en forma fresca picada (tallos y hojas. Se recolectaron muestras del material ofrecido y rechazado para el análisis de materia seca, proteína cruda y fibra neutro detergente. Se observaron diferencias altamente significativas (P≤0,01 para el consumo de forraje fresco, materia seca, proteína cruda y fibra neutro detergente. La ingesta de materia seca para los diferentes tratamientos se encontró dentro del rango reportado en la literatura, siendo de 1,94, 0,97 y 0,90 del peso vivo respectivamente. Con los consumos de proteína cruda obtenidos con la dieta de morera y ramio, los animales cubrieron sus necesidades de mantenimiento y suplieron el nutrimento de forma extra para alcanzar ganancias de peso diarias superiores a los 50 gramos. La dieta que presentó los mayores niveles de consumo de forraje verde, forraje seco, proteína cruda y fibra neutro detergente fue la correspondiente a morera, seguida de la dieta de ramio.

  8. A rede de causalidade da insegurança alimentar e nutricional de comunidades quilombolas com a construção da rodovia BR-163, Pará, Brasil The causality of nutrition and food insecurity of quilombola communities with the construction of the BR-163, highway, Pará, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Oliveira e Silva

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Trata-se da descrição de resultados baseados na elaboração de um modelo de determinação causal de forma participativa e abrangente, realizada em seis comunidades quilombolas no município de Santarém, no Estado do Pará, sobre a rede de causalidade da insegurança alimentar e nutricional com a abertura da Rodovia BR-163. MÉTODOS: O processo investigativo utilizou métodos de abordagem sócio-antropológica tendo como base o desenvolvimento de um modelo de causalidade construído por meio da realização de grupos focais com representantes da comunidade. RESULTADOS: Os resultados do estudo demonstraram que a utilização de abordagens participativas estimula a auto-estima da comunidade e o empoderamento sobre os fatores que determinam seus problemas. O modelo causal construído revela que a insegurança alimentar e nutricional, para as comunidades, estabelece que fatores históricos relacionados à posse da terra e ao seu uso atual baseado em práticas predatórias, são os aspectos fundamentais na compreensão da rede de determinação causal da insegurança alimentar e nutricional. CONCLUSÃO: O racismo e suas nuances sociais têm contribuído para a invisibilidade social dessas comunidades nas políticas públicas brasileiras. As comunidades quilombolas se consideram em insegurança alimentar e nutricional e indicam que a abertura da Rodovia BR-163 pode ser uma ameaça ao etno-desenvolvimento sustentável na região. E referem que o desenvolvimento econômico esperado com a abertura desta rodovia, se não for realizado com base na participação da comunidade, pode aumentar a fome, a miséria e o racismo.OBJECTIVE: This work describes results based on the participative and encompassing development of a model of causal determination done in six quilombola communities of Santarém, Pará State, regarding the causality of food and nutrition insecurity with the construction of the BR-163 highway. METHODS: The research process

  9. Insegurança alimentar e indicadores antropométricos, dietéticos e sociais em estudos brasileiros: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayane de Castro Morais

    2014-05-01

    Full Text Available Objetivou-se nesta revisão sistemática relacionar situação de insegurança alimentar, detectada pela Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA, com indicadores antropométricos, dietéticos e sociais. Realizou-se busca em bases eletrônicas (ScieLO, LILACS, MEDLINE, com seleção dos estudos pelos títulos e resumos, e posteriormente por leitura integral. Incluiu-se estudos identificados nas referências bibliográficas. Dos 215 revisados, 15 contemplaram critérios de inclusão (associação entre indicadores antropométricos, dietéticos ou sociais com insegurança alimentar, detectada pela EBIA, sendo que três contemplaram mais de uma variável de interesse. Observou-se relação entre insegurança alimentar e índices estatura/idade e peso/idade em crianças, e para obesidade em mulheres. Menor consumo de alimentos reguladores, construtores e ferro, e maior consumo de carboidratos associou-se à insegurança alimentar. Houve relação entre indicadores sociais, como menor renda e escolaridade, ausência de vínculo empregatício e saneamento básico. A EBIA apresentou associação, em alguns estudos, com indicadores nutricionais e sociais, mas deve ser utilizada conjuntamente com outros instrumentos, visando abranger múltiplas dimensões da segurança alimentar e nutricional.

  10. Produtos alimentares tradicionais: hábitos de compra e consumo do mel Traditional alimentary products: purchase habits and honey consumption

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ribeiro

    2009-12-01

    Full Text Available Este estudo tem como objectivos conhecer o perfil do consumidor do mel e descrever os seus hábitos de consumo e compra. Foi elaborado um estudo quantitativo que teve como base a construção de um questionário, que foi aplicado a 172 indivíduos do Distrito de Bragança. Através da análise descritiva dos dados faz-se a caracterização da amostra e descrevem-se os hábitos de consumo e compra do mel. Participaram neste estudo 172 indivíduos, dos quais 41,9% são do sexo masculino e 58,1% são do sexo feminino. Verificou-se que a esmagadora maioria é consumidor de mel (94,8%, prefere o mel da região porque está mais disponível, é mais saboroso e tem qualidade (70,9%. A principal forma de utilização do mel é combinado com outros alimentos (60,5%, o local preferido para a sua compra é junto do produtor (51,7% e o factor que mais pesa na decisão de compra é o paladar (52,3%.To determine the honey consumer’s profile and to describe purchase and consume habits are the objectives of this study. A cross-sectional survey was carried out in a probabilistic sample including 172 individuals of the Braganza region population. After, a descriptive analyses is done to characterize the sample and purchase and consume habits of the inquiry. In this study participated 172 individuals, of which 41,9% are male and 58,1% are female. It was verified that the smashing majority is honey consumer (94,8%, they prefer the national honey because it is more available, it is tastier, it is quality and it is trustworthy (70,9%. The main form honey use is mixed with other foods (60,5%, the favorite place for the honey purchase is near the producer (51,7% and the most important factor in the purchase decision is the palate (52,3%.

  11. Associação entre comportamento alimentar, consumo de cigarro, drogas e episódios depressivos em adolescentes Association between eating behavior and smoking, use of illicit drugs and depressive episodes in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliany Piazzon Gomes

    2010-10-01

    Full Text Available Objetivo Identificar a prevalência de sintomas de transtornos alimentares em estudantes do sexo feminino matriculadas no ensino fundamental da rede estadual do município de Toledo (PR, bem como relacionar esses sintomas com o hábito de fumar, o uso de drogas e episódios depressivos. Métodos Foram utilizados os instrumentos Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo, com escala de sintoma e gravidade, e o Eating Attitudes Test-26, acrescido de perguntas sobre tabagismo, uso de drogas e episódios depressivos. A amostra constituiu-se de cerca de 300 estudantes do sexo feminino, na faixa etária entre 10 e 15 anos. Resultados Os resultados demonstraram que as estudantes apresentaram prevalências de sintomas de transtornos alimentares na ordem de 4,2% para a escala Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo e 3,6% para o Eating Attitudes Test-26. A prevalência de consumo de cigarro foi de 4,2%, do uso de drogas, 4,9% e de episódios depressivos, 10,7%. Observaram-se associações significativas entre episódios depressivos e os seguintes parâmetros: Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo - escala de sintomas (p=0,04 e Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo - escala de gravidade (p=0,02. Os hábitos de fumar (p=0,01 e de usar drogas (p=0,04 também apresentaram associação com Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo - escala de sintomas. Conclusão Verificou-se nas estudantes deste estudo elevada probabilidade de desenvolver comportamentos de risco, tais como transtornos alimentares e episódios depressivos.Objective The goal of this study was to identify the prevalence of symptoms of eating disorders in female students enrolled in state elementary schools and investigate a possible association between these eating disorders and smoking, illicit drug use and depressive episodes. Methods The Bulimic Investigatory Test of Edinburgh with symptom and severity scales and the Eating Attitudes Test - 26 with

  12. Avaliação do consumo e análise da rotulagem nutricional de alimentos com alto teor de ácidos graxos trans Consumption and analysis of nutricional label of foods with high content of trans fatty acids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Ribeiro Dias

    2009-03-01

    Full Text Available Nas últimas décadas, diversos estudos vêm sendo realizados visando avaliar os efeitos dos ácidos graxos trans sobre o organismo e identificar seu mecanismo de ação. Entretanto, somente a cerca de um ano, este item foi incluído na rotulagem nutricional obrigatória brasileira, permitindo ao consumidor controlar o consumo de ácidos graxos trans. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a adequação de alguns alimentos com alto teor de ácidos graxos trans (biscoitos, sorvetes, chocolates e fast-food frente à legislação pertinente e, ainda, o consumo diário por adultos e crianças observando a recomendação da OMS. A avaliação da rotulagem nutricional demonstrou que a maioria das amostras analisadas ainda não se adequou à nova legislação. Com base na análise dos questionários de consumo, identificou-se que 39,7% dos adultos e 41,4% das crianças consomem, diariamente, pelo menos um alimento com alto teor de ácidos graxos trans. Observou-se ainda, através do consumo estimado, que a ingestão parcial ou total destes produtos ultrapassa a recomendação diária para adultos (2 g e crianças (1 ano-0,8 g e 10 anos-1,9 g. Assim, uma atuação efetiva dos órgãos de fiscalização e a promoção de ações educativas visando à menor utilização desses produtos na alimentação deveriam ser estimuladas.Several studies have been carried over the last decades aiming at evaluating the effects of trans fatty acids on the organism and identifying their mechanism. However, only around one year ago it was included by law in the mandatory Brazilian nutritional food labeling. It now enables the consumer to control the consumption of trans fatty acids. The objective of this study was to evaluate the compliance of foods with high content of trans fatty acids (biscuits, ice cream, chocolate, and fast-food with the legislation and the daily consumption recommendation by the OMS. The evaluation of Nutrition labeling indicated that some

  13. Consumo de frutas, verduras e legumes por gestantes adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônia Caroline Diniz Brito

    2016-11-01

    Full Text Available Objetivo: Determinar o estado nutricional e os fatores associados ao consumo alimentar de frutas, verduras e legumes por gestantes adolescentes atendidas em um serviço público de referência para assistência pré-natal. Métodos: Estudo transversal e analítico, com 73 gestantes adolescentes de 10 a 19 anos, atendidas no Núcleo de Assistência ao Adolescente (NASA do Hospital Materno Infantil, em São Luís, Maranhão. Utilizou-se o Questionário de Frequência de Consumo Alimentar (QFCA, medidas antropométricas (peso, altura, índice de massa corporal - IMC - pré-gravídico e gravídico e questionário socioeconômico. As variáveis dependentes foram o consumo de frutas, verduras e legumes, e as independentes foram escolaridade, estado civil, raça, renda, situação demográfica, dados gestacionais e antropométricos. Resultados: Observou-se que 39,7% apresentaram IMC pré-gestacional de desnutrição, 50,7% de eutrofia, e menos de 10% sobrepeso ou obesidade. Para o IMC gestacional, os valores se alteraram, com 27,4% das gestantes desnutridas, 57,5% eutróficas e 15,1% com sobrepeso. Observou-se que os maiores percentuais de adequação para o consumo de frutas, verduras e legumes foram em adolescentes casadas ou em união estável (65,4%, que não trabalhavam (92,3% e com renda familiar menor que 1 salário mínimo (84,62%. Entretanto, a única associação positiva encontrada com o consumo de frutas, verduras e legumes foi o início do pré-natal. Conclusão: A maior parte das gestantes avaliadas apresentou-se eutrófica, apesar de cerca de um quarto apresentar baixo peso durante a gestação. Além disso, elas não consumiam uma dieta balanceada, com uma ingestão abaixo do recomendado de FVL. Entre os fatores relacionados a um melhor consumo de FVL destaca-se o início do acompanhamento pré-natal no primeiro trimestre.

  14. Prática alimentar nos dois primeiros anos de vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Braga Lima

    2011-12-01

    Full Text Available Avaliou-se prática alimentar de crianças menores de dois anos. Estudo transversal desenvolvido em 2004-2005, a partir de dados do Estudo de Consumo Alimentar Populacional de Belo Horizonte/ECAP-BH. A amostra compreendeu 148 crianças menores de dois anos. Realizou-se entrevista em domicílio com mães/responsáveis e levantou-se os alimentos consumidos nas últimas 24 horas, incluindo leite materno e idade de introdução da alimentação complementar. Medianas de aleitamento materno exclusiva e total foram 60 e 150 dias, respectivamente. A introdução de outros tipos de leite e de alimentos não-lácteos ocorreu precocemente. Do ponto de vista nutricional, as dietas eram desbalanceadas e o ferro foi o nutriente mais deficiente no primeiro ano de vida. Os resultados evidenciam a necessidade da implementação de medidas de intervenção nos serviços de saúde do município para a promoção da alimentação complementar saudável.

  15. Influência do estado nutricional materno, ganho de peso e consumo energético sobre o crescimento fetal, em gestações de alto risco Influence of maternal nutritional status, weight gain and energy intake on fetal growth in high-risk pregnancies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli Mieko Yamamoto Nomura

    2012-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a influência do estado nutricional materno, ganho de peso e consumo energético sobre o crescimento fetal em gestações de alto risco. MÉTODOS: Estudo prospectivo de agosto de 2009 a agosto de 2010, com os seguintes critérios de inclusão: puérperas até o 5º dia; gestação de alto risco (caracterizada por complicações médicas ou obstétricas durante a gravidez; feto único e vivo no início do trabalho de parto; parto na instituição; peso materno aferido no dia do parto, e presença de intercorrência clínica e/ou obstétrica caracterizando a gravidez como de alto risco. O estado nutricional foi avaliado pelo índice de massa corporal pré-gestacional e no final da gestação, sendo as pacientes classificadas em: baixo peso, adequado, sobrepeso e obesidade. Para avaliação do consumo energético foi aplicado o Questionário de Frequência de Consumo Alimentar. Foram investigados o ganho de peso materno, dados do parto e resultados perinatais, investigando-se o crescimento fetal pela ocorrência de neonatos pequenos para a idade gestacional e grandes para a idade gestacional. RESULTADOS: Foram incluídas 374 gestantes que constituíram 3 grupos de estudo, de acordo com a adequação do peso do recém-nascido: idade gestacional adequada (270 casos, 72,2%, pequenos para a idade gestacional (91 casos, 24,3% e grandes para a idade gestacional (13 casos, 3,5%. Na análise univariada, as mulheres com neonatos pequenos para a idade gestacional apresentaram média significativamente menor do índice de massa corporal pré-gestacional (23,5 kg/m², pPURPOSE: To analyze the influence of maternal nutritional status, weight gain and energy consumption on fetal growth in high-risk pregnancies. METHODS: A prospective study from August 2009 to August 2010 with the following inclusion criteria: puerperae up to the 5th postpartum day; high-risk singleton pregnancies (characterized by medical or obstetrical complications during

  16. Consumo de micronutrientes e excesso de peso: existe relação?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luisa Marcucci Leão

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O incremento da obesidade nas últimas décadas se associa às mudanças nos modos de vida da população, incluindo amplas alterações dietéticas, sobretudo na ingestão de micronutrientes. OBJETIVO: Descrever o consumo de micronutrientes e revisar sua implicação no estado nutricional. MÉTODOS: Realizou-se levantamento bibliográfico contemplando artigos nacionais e internacionais, publicados nos últimos 11 anos, nas bases de dados SciELO, LILACS, Medline e sites de organizações governamentais, usando como descritores: "micronutrientes", "consumo alimentar", "excesso de peso" , "saúde" e "estado nutricional" e suas traduções em inglês. RESULTADOS: A deficiência no consumo de micronutrientes é um problema de saúde global, atingindo cerca de 2 bilhões de pessoas, e parece se associar com maior risco de doenças e agravos não transmissíveis, incluindo a obesidade. A insuficiente ingestão de vitamina A favorece o excesso de peso por alteração no metabolismo da tireóide, enquanto a vitamina C se relaciona à síntese de carnitina e oxidação da gordura; e a vitamina D favorece o controle da saciedade e do gasto energético. Quanto aos minerais, o cálcio auxilia a regulação da termogênese e lipogênese/lipólise; e o zinco está envolvido na regulação de insulina e leptina. CONCLUSÃO: A promoção de hábitos alimentares saudáveis por meio de práticas educativas se faz necessária para maior conscientização da população acerca das implicações do consumo de micronutrientes no estado nutricional, devendo compor as estratégias de Saúde Pública de controle da obesidade e suas complicações.

  17. Test post-weaning duration for performance, feed intake and feed efficiency in Nellore cattle Duração do período de avaliação pós-desmame para medidas de desempenho, consumo e eficiência alimentar em bovinos da raça Nelore

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Michel de Castilhos

    2011-02-01

    Full Text Available This study was conducted to determine optimum test duration for measuring performance, feed intake and feed efficiency. Sixty young Nellore bulls were submitted to feeding performance test and fed in individual pens to determine feed intake and performance over 112 days. Body weight was determined every 28 days, after fasting of water and feed for 16 hours. Changes in variance, relative variance and Pearson and Spearman correlations among data from shortened test periods (28, 56 and 84 days and full test period (112 days were used to determine optimum test duration. Test duration for average daily gain, dry matter intake, feed:gain ratio and residual feed intake could be shortened to 84, 28, 84 and 84 days, respectively, without reducing significantly the reliability of measurements for animals fed in individual pens.O objetivo neste estudo foi determinar o melhor período de avaliação para medidas de desempenho, consumo e eficiência alimentar. Durante 112 dias, 60 machos da raça Nelore, recém-desmamados, submetidos à prova de ganho de peso, foram alimentados em baias individuais para determinação do consumo alimentar e do desempenho. O peso corporal dos animais foi determinado a cada 28 dias, depois de jejum de 16 horas de líquidos e sólidos. As alterações na variância, variância relativa e correlações de Pearson e Spearman entre os dados dos períodos de avaliação reduzidos (28, 56 e 84 dias e período total (112 dias foram usados para determinar a melhor duração do período de avaliação. A duração do período de avaliação para ganho médio diário, consumo de matéria seca, conversão alimentar e consumo alimentar residual pode ser reduzida para 84, 28, 84 e 84 dias, respectivamente, pois tal redução não diminui significativamente a confiabilidade das avaliações em animais alimentados em baias individuais.

  18. Consumo alimentar de crianças e adolescentes com disfagia decorrente de estenose de esôfago: avaliação com base na pirâmide alimentar brasileira Food consumption by children and adolescent with dysphagia due to esophageal stricture: assessment based on the Brazilian food guide pyramid

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Marciano

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar de pacientes com disfagia decorrente de estenose de esôfago, comparando a dieta de consistência líquida com a dieta de consistência pastosa e sólida, com base na Pirâmide Alimentar Brasileira. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, no qual foram incluídos consecutivamente 31 pacientes com estenose esofágica, sendo 18 (58,0% cáustica, 7 (22,6% pós-cirúrgica, 3 (9,7% péptica e 3 (9,7% sem causa definida. Empregou-se o recordatório de 24 horas; os alimentos foram transformados em porções em função dos oito grupos de alimentos, conforme recomendado por Philippi. Utilizou-se o teste Kruskal-Wallis e Exato de Fisher, fixando em 5% o nível de rejeição da hipótese de nulidade. RESULTADOS: A idade variou entre 15 e 176 meses (mediana, 56 meses, sendo 28 crianças e três adolescentes, e 18 do sexo masculino. Vinte e nove pacientes (93,5% apresentavam disfagia, sendo grave em 34,4% (10/29, moderada em 41,3% (12/29, e leve em 24,1% (7/29. O consumo mediano de porções de cereais, leguminosas, e óleos e gorduras foi menor no grupo com dieta líquida (pOBJECTIVE: This study assessed food intake by patients with dysphagia due to esophageal stricture and compared liquid, soft and solid diets based on the Brazilian Food guide pyramid. METHODS: This cross-sectional study consecutively included 31 patients with esophageal stricture, of which 18 (58.0% were caustic, 7 (22.6% were postoperative, 3 (9.7% were peptic and 3 (9.7% were of unknown etiology. The 24-hour dietary recall was used and the foods were converted into servings according to the eight food groups, as recommended by Philippi. The Kruskal-Wallis and Fisher's Exact Test were used and the significance level was set at 5%. RESULTS: The ages of the patients varied from 15 to 176 months (median: 56 months. There were 28 children and 3 adolescents, of which 28 were males. Twenty-nine patients (93.5% presented dysphagia, of which 34.4% (10

  19. Relación entre el consumo de frituras y estado nutricional en niños y niñas menores de cinco años que asisten al Centro de Desarrollo Infantil Gregorio Cordero Crespo de la ciudad de Azogues

    OpenAIRE

    Aguirre, María

    2016-01-01

    El objetivo del estudio fue conocer la relación entre el consumo de frituras y estado nutricional en un grupo de niños y niñas menores de cinco años matriculados en el Centro de Desarrollo Infantil (CDI) Gregorio Cordero Crespo de la ciudad de Azogues. En el estudio descriptivo de corte transversal, participaron 63 niños y niñas menores de cinco años (36 niños y 27 niñas). En el CDI no existió a la fecha de evaluación niños con desnutrición, el 92.1% presentó un estado nutricional normal, ...

  20. Consumo calórico, estado nutricional materno, y retraso del crecimiento intrauterino Energy intake, maternal nutritional status and intrauterine growth retardation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Bender Martins

    2003-02-01

    Full Text Available Para conocer la asociación entre el consumo de energía en el embarazo y el retraso del crecimiento intrauterino (RCIU, se llevó a cabo un estudio de caso-cohorte en tres hospitales de maternidad de la ciudad de México, entre enero y agosto de 1995. De un total de 4.000 partos que ocurrieron en este período, nos referimos en este estudio a los resultados de un análisis de 264 casos de RCIU y 892 controles. Se procedió a un análisis de regresión logística no condicionada, en el que también se ajustaron los factores maternos potencialmente proclives a la confusión. Para el total de los casos no se observó un efecto directo del consumo de energía en el RCIU (RM: 0,99; IC 95%: 0,99-1,00. Sin embargo, entre las mujeres que comenzaron el embarazo con un peso de 50 kilos o menos, el consumo de energía en relación a RCIU mostró una razón de momios de 2,31 (RM: 2,31; IC 95%: 1,59-3,36; para las mujeres primigestas de 1,72 (RM: 1,72; IC 95%: 1,18-2,51; en aquellas con antecedente de bajo peso al nacer de 3,54 (RM: 3,54; IC 95%: 1,93-6,46 y para aquellas que presentaron tensión arterial alta en el embarazo de 1,61 (RM: 1,61; IC 95%: 1,00-2,59.To explore the association between low caloric intake during pregnancy and intrauterine growth retardation (IUGR, a case-control study with 264 cases and 892 controls was conducted in three maternity hospitals in Mexico City from January to August 1995. Nutritional information on pregnancy was recorded using a previously validated food frequency questionnaire. After adjusting for other known maternal risk factors in the non-conditional logistic regression analysis, for the total sample, caloric intake did not present a direct effect on IUGR (OR: 0.99; CI 95%: 0.99-1.00. However the odds ratios were as follows for women: with low pre-gestational weight (OR: 2.31; CI 95%: 1.59-3.36, in first gestation (OR: 1.72; CI 95%: 1.18-2.51, with low birth weight infants (OR: 3.54; CI 95%: 1.93-6.46, and

  1. Influência do consumo alimentar na gestação sobre a retenção de peso pós-parto Influencia del consumo alimentario en la gestación sobre la retención de peso post-parto Influence of dietary intake during gestation on postpartum weight retention

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Bortoletto Martins

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a influência da alimentação durante a gestação sobre a retenção de peso pós-parto. MÉTODOS: Foram acompanhadas 82 gestantes adultas e saudáveis que iniciaram o pré-natal em serviço público de saúde no Município de São Paulo, SP, entre abril e junho de 2005. As medidas de peso e estatura foram aferidas na primeira entrevista (até 16 semanas de gestação e a medida de peso foi repetida em visita domiciliar 15 dias após o parto. O Recordatório de 24 horas foi usado para avaliar o consumo alimentar e foi aplicado nos três trimestres da gestação. Foi calculado o consumo médio de gordura saturada, fibras, açúcar adicionado, refrigerantes, alimentos processados, frutas, verduras e legumes, e a densidade energética da dieta. A retenção de peso foi obtida pela diferença entre a medida de peso pós-parto e a primeira medida realizada. A influência da alimentação sobre a retenção de peso pós-parto foi avaliada por meio de análise de regressão linear múltipla e foi realizado o teste para tendência linear. As variáveis utilizadas para ajuste do modelo foram: índice de massa corporal no início da gestação, estatura, renda familiar per capita, tabagismo, idade e escolaridade. RESULTADOS: O índice de massa corporal inicial médio foi de 24 kg/m² e a retenção média de peso foi de 1,9 kg. O aumento do consumo de gordura saturada (p = 0,005 e alimentos processados (p = 0,014 elevou de forma significativa a retenção de peso pós-parto, após ajuste pelas variáveis de controle. As demais variáveis de consumo alimentar não apresentaram relação significativa com a variável desfecho. CONCLUSÕES: O maior consumo de alimentos não saudáveis, como alimentos processados, e de gordura saturada influencia a elevação da retenção de peso pós-parto.OBJETIVO: Evaluar la influencia de la alimentación durante la gestación sobre la retención de peso post-parto. MÉTODOS: Fueron acompañadas 82

  2. Insegurança Alimentar e estado nutricional de crianças de São João do Tigre, no semi-árido do Nordeste Food insecurity and nutritional status of children of São João do Tigre, semi-arid area of Northeast Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Souza Oliveira

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o estado nutricional de menores de cinco anos e sua relação com a situação de (insegurança alimentar. MÉTODOS: Estudo transversal de 458 famílias, com 558 menores de 5 anos, realizado no município de São João do Tigre. A avaliação da (insegurança alimentar foi realizada mediante aplicação da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA. A categorização do estado nutricional foi feita a partir dos indicadores estatura/idade, peso/idade e índice de massa corporal (IMC, utilizando-se as curvas da Organização Mundial da Saúde. Também foram analisadas as associações com os indicadores socioeconômicos e biológicos da criança sobre o índice estatura/idade. RESULTADOS: A segurança alimentar foi caracterizada em torno de 13% das famílias, prevalecendo nas demais a condição de insegurança alimentar, sendo a forma moderada a predominante (40,2%. Encontrou-se uma frequência mais baixa do que o normalmente esperado de desnutrição pelo IMC (1,2% e 1,3%, respectivamente, para as áreas rural e urbana, com resultados bem mais elevados ao se considerar o índice estatura/idade (16,8% e 12,9%. A análise de regressão linear multivariada revelou que apenas duas variáveis (renda familiar per capita e escolaridade materna influenciaram significativamente o índice estatura/idade. CONCLUSÃO: Em população de elevado grau de pobreza, baixo Índice de Desenvolvimento Humano e prevalência quase generalizada de insegurança alimentar, o uso exclusivo de indicadores antropométricos pode revelar uma situação aparentemente bem mais favorável. Portanto, os resultados não podem ser interpretados apenas no campo da validade interna, mas no interior de um processo de rápidas mudanças que caracterizam a transição nutricional em curso, atingindo inclusive as populações de condições de vida excepcionalmente desfavoráveis.OBJECTIVE: To analyze the nutritional status of children under five years of age

  3. Consumo alimentar da população adulta segundo perfil sócio-econômico e demográfico: Projeto Bambuí Food intake according to socioeconomic and demographic profile: the Bambuí Project

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Élido Bonomo

    2003-10-01

    Full Text Available Foi realizado inquérito nutricional em amostra probabilística de 546 indivíduos (idade > 18 anos, residentes na cidade de Bambuí (15 mil habitantes, Minas Gerais, Brasil, utilizando-se o Questionário Semiquantitativo de Freqüência Alimentar (QSFA. A mediana de ingestão calórica entre mulheres e homens foi de 2.807 e 3.775kcal, respectivamente. Homens ingeriram quatro vezes mais álcool que mulheres e estas, mais carboidratos, fibras e ácidos graxos polinsaturados (AGP. A distribuição de proteínas (15%, carboidratos (57% e lipídios (28% foi adequada. As proporções médias de inadequação da participação de lipídios, ácidos graxos saturados (AGS, AGP e colesterol na energia total foram, respectivamente, 36%, 50% e 90%, sendo mais pronunciadas entre os homens. A ingestão de lipídios, AGS e AGP, entre mulheres, e de lipídios e AGS entre homens, aumentou de acordo com a renda. A ingestão de AGP e fibras e a relação AGP/AGS estavam abaixo do recomendado nos dois gêneros. A dieta apresentou proporções de inadequação diferenciais, sugerindo possíveis agregados de risco à saúde da população para doenças cardiovasculares.A nutritional survey was performed in a random sample of 546 individuals (ages 18 and over in a city named Bambuí (15,000 inhabitants in Minas Gerais State, Brazil, using the Semi-Quantitative Food Frequency Questionnaire (SFFQ. Median calorie intakes for women and men were 2,807 and 3,775kcal, respectively. Men consumed four times more alcohol than women, and women consumed more carbohydrates, fiber, and polyunsaturated fatty acids (PUFA. The relative consumption of proteins (15%, carbohydrates (57%, and lipids (28% were adequate in both genders. The average proportions, for all participants, of an inadequate share of lipids, saturated fatty acids (SFA, PUFA, and cholesterol in the total calorie intake were, respectively, 36%, 90%, and 50%, and were more pronounced in men than in women. The lipid

  4. CONSUMO ENERGÉTICO PROVENIENTE DE ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS POR ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helen Freitas D’Avila

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar o consumo proveniente dos alimentos ultraprocessados e fatores relacionados em adolescentes. Métodos: Estudo transversal com 784 adolescentes (de ambos os sexos e entre 12 a 19 anos de escolas públicas e privadas do município de Palmeira das Missões, Brasil. O consumo alimentar foi registrado pelo questionário semiquantitativo de frequência de consumo de alimentos e convertido em energia (Kcal/dia. Os alimentos foram classificados em: minimamente processados, grupo 1 (G1; alimentos processados, grupo 2 (G2; e alimentos ultraprocessados, grupo 3 (G3. As variáveis avaliadas foram: sexo, classe socioeconômica, cor, atividade física, índice de massa corpórea (IMC e níveis pressóricos. Na comparação de variáveis quantitativas foi usado o teste de Mann-Whitney e o teste H de Kruskal-Wallis. Para ajustar as diferenças entre os grupos, considerando os efeitos de calorias totais, foi aplicado o teste de análise de covariância (ANCOVA. Resultados: A mediana do consumo energético total foi de 3.039,8 Kcal e a de ultraprocessados foi de 1.496,5 Kcal/dia (49,23%. O consumo calórico proveniente dos alimentos do G1, do G2 e do G3 não diferiu de acordo com a cor da pele dos adolescentes. Os adolescentes pertencentes às classes C e D são os maiores consumidores de calorias do G2 e do G3 (p<0,001. Os adolescentes insuficientemente ativos consomem menos calorias de alimentos minimamente processados. Os adolescentes eutróficos apresentam maior consumo do G3 (p<0,001, quando comparados aos que possuem excesso de peso. Conclusões: O consumo de alimentos ultraprocessados associou-se ao nível social, ao nível de atividade física e ao estado nutricional.

  5. Um estudo sobre os significados de consumo associados ao corpo feminino em peças publicitárias de suplementos alimentares A study on the meanings of consumption associated to the female body on dietary supplements' ads

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Felipe Rammelt Sauerbronn

    2011-04-01

    Full Text Available O presente artigo buscou analisar os significados atribuídos aos corpos femininos e transferidos através de propagandas de suplementos alimentares. O corpo se transformou em objeto de pesquisa de pesquisadores interessados em explorar a construção de significados de consumo de diversas áreas. Sua expressão como mercadoria já foi apontada por pesquisadores como Malysse 2007 que propôs a objetificação do corpo e Goldenberg 2007 que construiu o conceito de corpo como capital. Segundo MacCracken 2003 , a publicidade atua na transferência de significados, desde o mundo culturalmente constituído até os indivíduos. As nove peças publicitárias coletadas foram analisadas com base no método de análise do discurso publicitário proposto por Pinto 2002 . As funções de mostração construção do universo do discurso , de interação estabelecimento de vínculos socioculturais e de sedução distribuição de afetos positivos e negativos serviram como direção para que os pesquisadores buscassem compreender as formas de transferência de significado do corpo feminino através das peças publicitárias de suplementos alimentares. Alguns componentes do discurso publicitário foram comuns a todas as peças coletadas e evidenciaram o corpo como um objeto que pode ser modificado, ter suas medidas alteradas a partir do que é transmitido como desejável um corpo sem gordura, magro e firme . Entretanto, puderam ser diferenciadas quatro categorias de discurso de transferência de significado do corpo. A primeira categoria de peças publicitárias coloca o corpo como objeto de poder e o supervaloriza como objeto. Nessa categoria, a interação com os indivíduos é baseada no status que o corpo pode oferecer ao sujeito e as emoções envolvidas tratam de elevar a auto-estima do indivíduo. A segunda categoria congrega peças publicitárias que apresentam o corpo como local da ação do produto. A interação, nesse caso, é baseada em técnica e

  6. Estado nutricional e insegurança alimentar de adolescentes e adultos em duas localidades de baixo índice de desenvolvimento humano Nutritional status and food insecurity of adolescents and adults in two cities with a low human development index

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Souza Oliveira

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a situação da (insegurança alimentar e sua relação com o estado nutricional de adolescentes e adultos em duas localidades, Gameleira, zona da mata de Pernambuco e São João do Tigre, zona semi-árida da Paraíba, ambas caracterizadas pelo baixo índice de desenvolvimento humano. MÉTODOS: Estudo transversal, com 501 famílias em Gameleira (PE e 458 famílias, em São João do Tigre (PB, com 1 528 e 1 163 adolescentes e adultos, respectivamente. A (insegurança alimentar foi determinada pelo questionário de Cornell (Estados Unidos da América, ajustado para realidade nacional (Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, enquanto o estado nutricional foi estabelecido pelo Índice de Massa Corporal. RESULTADOS: A insegurança alimentar foi caracterizada em quase 90,0% das famílias dos dois municípios, predominando as condições de insegurança moderada (40,2% em São João do Tigre (PB e grave (36,9% em Gameleira (PE. Nas duas localidades, a insegurança alimentar prevaleceu nas famílias com adolescentes. O baixo peso para altura (proxi de desnutrição apresentou proporções muito baixas em todos os grupos etários, enquanto a condição sobrepeso/obesidade prevaleceu entre os adultos, chegando a alcançar 58,6% das observações (>40 anos, em São João do Tigre. Não foi encontrada associação estatística entre a insegurança alimentar e suas formas moderada e grave e a desnutrição. CONCLUSÃO: A escala brasileira de avaliação da (insegurança alimentar se comporta mais como um indicador psicossocial de vulnerabilidade, não apresentando a esperada consistência com a proporção da desnutrição de adolescentes e adultos identificada por este estudo, sob o aspecto antropométrico, mesmo em populações de pobreza praticamente generalizada.OBJECTIVE: The objective of this study was to describe the food insecurity profile and its relationship with the nutritional status of adolescents and adults of two

  7. A produção científica em Segurança Alimentar e Nutricional nos periódicos Latino-Americanos da base de dados SciELO

    OpenAIRE

    Gomes, Rogério

    2015-01-01

    Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar. Orientadora: Profa. Dra. Érika Marafon Rodrigues Ciacchi. Co-orientadora: Profa. Dra. Silvia Aparecida Zimmermman. O objetivo da pesquisa foi analisar trabalhos publicados nos países da América Latina que compõe o conjunto ...

  8. Consumo alimentar e anticonsumismo: veganos e freeganos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Abonizio

    2013-01-01

    Full Text Available This article analyzes veganism and freeganism as life styles made possible provided by consumer society. Considering consumption as a dynamic system of world classification, I notice that such movements, by proposing an “anti-consumerist consumption”, act as a counterculture in relation to the society that enabled their emergence.

  9. Escolhas alimentares e comportamento de consumo

    OpenAIRE

    Mazzonetto, Ana Cláudia

    2012-01-01

    Dissertação [mesterado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Nutrição A criança é reconhecida como consumidor pela possibilidade de fazer escolhas e realizar compras independentes e também por direcionar as escolhas dos pais, direta ou indiretamente. Estudos mostram que as crianças gastam dinheiro próprio com doces, chocolates, bebidas açucaradas, salgadinhos de pacote e outros petiscos; assim como influenciam seus pais a adqui...

  10. Efeitos da orientação nutricional, de curto prazo, sobre variáveis dietéticas e econômicas de escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rúbia Daniery Domiciano Ribeiro

    2016-12-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar os efeitos da orientação nutricional, de curto prazo, sobre variáveis dietéticas e econômicas de escolares. Métodos: avaliou-se o tempo da ingestão da alimentação escolar, antes e depois do emprego de orientações nutricionais, de crianças com excesso de peso, e os custos dos alimentos trazidos de casa. Trabalhou-se várias atividades de orientações nutricionais para aumentar o tempo da ingestão alimentar e melhorar a qualidade dos alimentos consumidos durante o recreio escolar. Os valores do tempo de ingestão alimentar foram comparados pelo teste de Wilcoxon, a 5%. Resultados: o tempo de ingestão da alimentação escolar aumentou (p<0,05 apenas entre os meninos com sobrepeso. Os custos com a alimentação reduziram após a intervenção nutricional na maioria dos avaliados, e ocorreu a substituição dos alimentos com elevados teores de açúcares e gorduras, por aqueles ricos em fibras e vitaminas. Conclusão: não houve o aumento do tempo da ingestão alimentar na maioria das crianças avaliadas, porém ocorreu um maior consumo de frutas e iogurte, e reduziu-se a ingestão de refrigerantes, bem como os custos com os alimentos oriundos do domicílio.

  11. Avaliação do consumo alimentar de crianças pertencentes a uma creche filantrópica na Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro, Brasil Food intake assessment of children attending a philanthropic daycare center in the Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseane M. S. Barbosa

    2006-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: comparar o consumo alimentar de pré-escolares, pertencentes a uma creche filantrópica, em dois períodos (no ato da matrícula e após seis meses, com base na proposta da Pirâmide Alimentar Infantil Norte-Americana e através do Índice de Alimentação Saudável (IAS. MÉTODOS: relativamente à avaliação dietética, foi utilizada a história alimentar da criança com o responsável, no ato da matrícula; após seis meses de frequência da criança, utilizou-se o método de pesagem de alimentos (na creche e registro alimentar (na residência. Posteriormente, compararam-se as médias das porções consumidas nos dois períodos, de cada grupo alimentar, utilizando o teste "t" Student, a fim de se verificar a diferença estatística entre os grupos. Considerou-se o nível de significância de 5%. Igualmente, avaliou-se o IAS, nos dois períodos. RESULTADOS: observou-se uma diferença significativa (pOBJECTIVES: to compare the food intake of children in a philanthropic daycare center in two periods (at enrollment and following six months attendance based on the North American Food Guide Pyramid through the Healthy Eating Index (HEI. METHODS: the children eating habits were informed by the parents or custodians at enrollment and following six months of children's attendance, the food weighing technique was performed (at the daycare center and food checking (at home as well. Following, averages of the portions eaten in the two periods were compared in each of the food intake groups through the "t" Student test to determine the statistical significance between the groups, with the significance rate established at 5%. HEI for the two periods was equally assessed. RESULTS: a significant difference (p<0,05 was determined in the average of fruit and vegetable portions consumed, based on the North American Food Pyramid, and a satisfactory scoring of the Healthy Eating Index following six months of the children's attendance of the day care

  12. A segurança alimentar e nutricional e o uso da abordagem de direitos humanos no desenho das políticas públicas para combater a fome e a pobreza Food and nutritional security and the use of a human rights-based approach on the development of public policies to fight hunger and poverty

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Machado de Albuquerque

    2009-12-01

    Full Text Available Este ensaio tem como objetivo enfatizar a importância da utilização da abordagem de direitos humanos no desenho das políticas públicas para combater a fome e a pobreza no Brasil. Inicialmente foi apresentado um marco teórico sobre o conceito de segurança alimentar e nutricional e o direito humano à alimentação adequada. Também foram identificadas as obrigações do Estado para a realização do direito humano à alimentação adequada, bem como o que se identifica como potenciais violações deste direito. Depois se buscou discutir o significado de uma abordagem baseada nos direitos e como esta abordagem pode contribuir para a promoção do direito à alimentação adequada. Foi realizada uma breve reflexão sobre a questão da (insegurança alimentar, suas diversas formas de avaliação e sobre a importância de investigar mais detalhadamente as repercussões desta questão sobre o indivíduo e a família, inclusive daquelas que participam de programas sociais.This essay aims to discuss the meaning of a human rights-based approach in the context of the public policies used in the fight against hunger and poverty in Brazil. Some aspects were presented such as the accepted concepts of food and nutritional security and the human right to appropriate nutrition. The obligations of the State to fulfill the human right to appropriate nutrition were also identified as well as that which is seen as potential violations of this right. Then, the meaning of a rights-based approach and how this approach can contribute to promote the right to appropriate nutrition were discussed. A concise reflection was done on the food (insecurity issue, its many ways of assessment and the importance of investigating in a more detailed manner the repercussions of this issue on individuals and families, including those who are benefited by social programs.

  13. Consumo de antioxidantes durante tratamento quimioterápico Antioxidants consumption during chemotherapy treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Cavali Rohenkohl

    2011-06-01

    Full Text Available RACIONAL: O câncer é definido como enfermidade multicausal crônica, em que as células possuem crescimento descontrolado. Resulta de vários fatores, sendo um dos principais, a dieta inadequada. As fases de iniciação, promoção e progressão de carcinogênese têm sido frequentemente relacionadas ao estresse oxidativo. OBJETIVO: Verificar o consumo de antioxidantes em pacientes com câncer durante os diferentes ciclos de quimioterapia. MÉTODOS: Estudo descritivo exploratório, incluindo pacientes em tratamento quimioterápico em ambulatório de quimioterapia. Para investigar o consumo de antioxidantes foi elaborado um questionário de frequência alimentar semi-quantitativo (QFASQ e uma ficha de anamnese clinica - nutricional. RESULTADOS: Amostra foi composta por 30 pacientes com idade média de 56,4±2,3 anos. De acordo com o consumo diário representado pelos ciclos, houve adequado consumo de vitamina C, vitamina E e Zinco e inadequado consumo de vitamina A e Selênio. Ao dividir a tabela estudada segundo os quatro quartis de consumo diário de antioxidantes, houve consumo adequado de vitamina A em 25% da amostra e inadequado de vitamina C, vitamina E, zinco em 25% da amostra e de também selênio em todos os ciclos. Entre as fontes alimentares consideradas ricas nos antioxidantes estudados, as mais consumidas foram cenoura, espinafre, mamão, laranja, óleo de soja, óleo de girassol, carne vermelha, queijo e carne de frango. CONCLUSÃO: A população estudada atingiu o consumo diário recomendado para os antioxidantes analisados quando dividida nos ciclos do tratamento, mas houve porcentagem alta de consumo inadequado quando dividida nos quartis. Desta forma, a orientação nutricional é um fator indispensável para auxiliar na prevenção e controle do câncer.BACKGROUND: The cancer is defined as chronic multifactorial disease, in which cells have uncontrolled growth. Several factors contribute to its development, one of them is

  14. Mudanças no consumo alimentar e atividade física de escolares de Florianópolis, SC, 2002 - 2007 Cambios en el consumo alimentario y actividad física de escolares de Florianópolis, Sur de Brasil, 2002-2007 Changes in food consumption and physical activity in schoolchildren of Florianópolis, Southern Brazil, 2002 - 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ferreira da Costa

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a mudança em cinco anos do consumo alimentar e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Estudo com amostra representativa (n = 4.168 de escolares de sete a dez anos de idade de Florianópolis, SC. Medidas do consumo alimentar e atividade física foram realizadas em dois estudos de base escolar em 2002 (n = 2.936; 51% meninos; idade média = 8,5 anos e 2007 (n = 1.232; 50,7% meninos; idade média = 8,6 anos, utilizando questionários ilustrados. O teste do qui-quadrado foi utilizado para avaliar a mudança no consumo de oito alimentos/grupos de alimentos, no atendimento às recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e no nível de atividade física (avaliado segundo os terços de distribuição do escore e o tipo de deslocamento para a escola. As análises foram realizadas segundo a rede de ensino. RESULTADOS: Houve redução da proporção de crianças que relatou o consumo de frutas, verduras e legumes, feijão, carnes, guloseimas, pizza, batata frita e refrigerantes. Maior proporção de escolares da rede privada atendeu às recomendações de restrição de consumo de refrigerantes, pizzas e batata frita, e de maior consumo de frutas, verduras e legumes, em ambos os estudos. Por outro lado, maior proporção de escolares da rede pública atendeu às recomendações para o consumo de carnes em 2007. Os valores medianos do escore de atividade física diminuíram em 2007. Em ambos os anos escolares da rede privada foram mais ativos. A proporção de escolares que se deslocou ativamente para a escola reduziu de 49% para 41% (p OBJETIVO: Evaluar el cambio en cinco años de consumo alimentario y nivel de actividad física en escolares. MÉTODOS: Estudio con muestra representativa (n=4.168 de escolares de siete a diez años de Florianópolis, Sur de Brasil. Medidas de consumo alimentario y actividad física fueron realizadas en dos estudios de base escolar en 2002 (n=2.936; 51% niños; edad promedio

  15. Mudanças no consumo alimentar e atividade física de escolares de Florianópolis, SC, 2002 - 2007 Cambios en el consumo alimentario y actividad física de escolares de Florianópolis, Sur de Brasil, 2002-2007 Changes in food consumption and physical activity in schoolchildren of Florianópolis, Southern Brazil, 2002 - 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ferreira da Costa

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a mudança em cinco anos do consumo alimentar e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Estudo com amostra representativa (n = 4.168 de escolares de sete a dez anos de idade de Florianópolis, SC. Medidas do consumo alimentar e atividade física foram realizadas em dois estudos de base escolar em 2002 (n = 2.936; 51% meninos; idade média = 8,5 anos e 2007 (n = 1.232; 50,7% meninos; idade média = 8,6 anos, utilizando questionários ilustrados. O teste do qui-quadrado foi utilizado para avaliar a mudança no consumo de oito alimentos/grupos de alimentos, no atendimento às recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e no nível de atividade física (avaliado segundo os terços de distribuição do escore e o tipo de deslocamento para a escola. As análises foram realizadas segundo a rede de ensino. RESULTADOS: Houve redução da proporção de crianças que relatou o consumo de frutas, verduras e legumes, feijão, carnes, guloseimas, pizza, batata frita e refrigerantes. Maior proporção de escolares da rede privada atendeu às recomendações de restrição de consumo de refrigerantes, pizzas e batata frita, e de maior consumo de frutas, verduras e legumes, em ambos os estudos. Por outro lado, maior proporção de escolares da rede pública atendeu às recomendações para o consumo de carnes em 2007. Os valores medianos do escore de atividade física diminuíram em 2007. Em ambos os anos escolares da rede privada foram mais ativos. A proporção de escolares que se deslocou ativamente para a escola reduziu de 49% para 41% (p OBJETIVO: Evaluar el cambio en cinco años de consumo alimentario y nivel de actividad física en escolares. MÉTODOS: Estudio con muestra representativa (n=4.168 de escolares de siete a diez años de Florianópolis, Sur de Brasil. Medidas de consumo alimentario y actividad física fueron realizadas en dos estudios de base escolar en 2002 (n=2.936; 51% niños; edad promedio

  16. Vigilância Alimentar e Nutricional para os povos indígenas no Brasil: análise da construção de uma política pública em saúde Food and Nutrition Surveillance for indigenous peoples in Brazil: analysis of the construction of a public health politics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Diniz Rodrigues Caldas

    2012-06-01

    Full Text Available A partir de 2003, foi proposta a implantação de um sistema de vigilância alimentar e nutricional (Sisvan no âmbito do subsistema de saúde indígena, o que tem contado com recursos da União e de um acordo de empréstimo com o Banco Mundial para sua implementação. O objetivo deste estudo foi analisar quais condicionantes e fatores levaram os gestores do subsistema a reconhecer os deficits nutricionais dos povos indígenas como problema de saúde pública e a escolher o Sisvan como alternativa para enfrentamento da questão. Esta é uma pesquisa de abordagem qualitativa baseada na proposta analítica de John Kingdon (1984, que se concentra nas fases iniciais do ciclo de uma política pública, quais sejam: a fase de construção da agenda governamental e a de especificação de alternativas de solução. Os resultados evidenciam que, na convergência de um fluxo de problemas sobre as condições nutricionais dos povos indígenas com ambiente político favorável, abriu-se uma janela de oportunidade para insegurança alimentar e nutricional desses povos ser reconhecida como problema e ascender à agenda de decisão governamental. Como alternativa de política na área de saúde, os gestores elegeram o Sisvan, proposta já difundida internacionalmente e que no Brasil foi incorporada ao SUS a partir de 1990. O Sisvan foi formalizado em 2006 no subsistema de saúde indígena no nível nacional.The implementation of a food and nutrition surveillance system (Sisvan aimed at indigenous communities in Brazil was first proposed in 2003 and since then has relied on funds provided by the Brazilian federal government and the World Bank. This study aimed to examine the conditions and factors which led the managers of the indigenous health subsystem to recognize the nutritional deficits of indigenous peoples as a relevant public health problem and the reasons why Sisvan was chosen as an alternative. This is a qualitative study based on analytical

  17. Aspectos psicobiológicos do comportamento alimentar Psychobiological aspects of feeding behavior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Passos Beinner Cambraia

    2004-06-01

    Full Text Available Esta revisão aborda alguns aspectos psicobiológicos ligados à manifestação do comportamento alimentar, e tem como objetivo evidenciar a relação entre os principais processos neuropsicológicos e a neurociência nutricional. Algumas estruturas neurais estão associadas ao controle alimentar por mecanismos distintos e correlatos que ocorrem no hipotálamo, hipocampo e em outras áreas como no cerebelo, bulbo olfatório, glândulas pituitária e pineal que exercem funções distintas, porém influênciam o comportamento alimentar, intermediadas geralmente por neurotransmissores comuns. Os precursores dos neuroquímicos apresentam funções específicas, sendo a influência na alimentação relevante no contexto comportamental da escolha de alimentos. Os processos sensoriais na alimentação como paladar, olfato, visão e audição interagem entre si e com outras estruturas e vias neurais, participando também do controle do apetite e da saciedade, que culminam na iniciação e no término da alimentação. A interação entre aspectos neurais no processo de consumo de alimento promove a manifestação do comportamento alimentar específico para cada espécie em seu ambiente.This review shows how some psychobiological aspects are related to feeding behavior manifestation, and has as it objective to provide evidence as to the relation between neuropsychological processes and nutritional neuroscience. Several neural structures are associated with alimentary controls, which are distinct but correlated mechanisms; for example: hypothalamus, hypocampus, cerebellum, olfactory bulb, pituitary and pineal glands, all presenting distinct functions, but affecting feeding behavior directly or indirectly through common neurotransmitters. Neurochemical precursors present specific functions and their influence on feeding is evident in behavioral food selection. The sensory processes in feeding, principally taste, olfaction, vision and hearing, interact with

  18. Projeto "a escola promovendo hábitos alimentares saudáveis": comparação de duas estratégias de educação nutricional no Distrito Federal, Brasil "Promotion of healthy eating habits by schools" study: comparison of two nutrition education strategies in the Federal District of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Tiene de Carvalho Yokota

    2010-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar e comparar o conhecimento sobre nutrição de professores e alunos do Projeto "a escola promovendo hábitos alimentares saudáveis", submetidos a duas estratégias de educação nutricional em escolas do Distrito Federal. MÉTODOS: O Projeto Escola utilizou duas estratégias de intervenção em educação nutricional: intervenção nutricional (A ações educativas realizadas na comunidade escolar pela equipe; e intervenção nutricional (B ações educativas desenvolvidas por professores que frequentaram oficinas de capacitação. O conhecimento das crianças foi avaliado por meio de um instrumento sobre pirâmide dos alimentos e um sobre higiene pessoal; sendo aplicado com os professores um questionário do tipo verdadeiro ou falso. RESULTADOS: Foram avaliadas 4 escolas com intervenção A (180 alunos e 19 professores e 4 com intervenção B (129 alunos e 16 professores. A média de acertos no instrumento de pirâmide dos alimentos foi de 3,2 e 2,9 (p=0,37, respectivamente pelas crianças que receberam as intervenções nutricionais A e B. Na atividade sobre higiene pessoal, para estes mesmos alunos, observaram-se percentuais de acerto de 61,1% e 73,6% (p=0,10. Os professores que receberam as intervenções nutricionais A e B obtiveram percentuais de acertos semelhantes nos questionários, em torno de 90,0% (p=0,06. CONCLUSÃO: Observou-se que os dois tipos de intervenção de educação nutricional foram igualmente úteis para promover o conhecimento de alunos e professores. Portanto, faz-se necessário incentivar a realização de processos de educação nutricional no ambiente escolar, de acordo com a diretriz da Política Nacional de Alimentação e Nutrição que diz respeito à promoção da saúde.OBJECTIVE: The objective of this study was to analyze and compare the nutrition knowledge of teachers and students who participated in the study "Promotion of healthy eating habits by schools" and were submitted to two

  19. Caracterização nutricional de jogadores de elite de futebol de amputados Caracterización nutricional de jugadores de elite de futbol de amputados Nutritional characterization of elite amputee soccer players

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ainá Innocencio da Silva Gomes

    2005-02-01

    Full Text Available Apesar de o futebol ser um esporte popular no Brasil, o futebol de amputados não é conhecido pelo público em geral. Este esporte requer um aumento na demanda metabólica e, com a amputação de membros inferiores, o gasto energético da caminhada e corrida pode aumentar consideravelmente. Logo, o aspecto nutricional tem importante papel no desempenho esportivo e na qualidade de vida desses atletas. O objetivo do presente estudo foi avaliar o estado nutricional de quatro jogadores de futebol de amputados, com idade entre 21 e 33 anos, participantes da Seleção Brasileira de Futebol de Amputados. O consumo alimentar foi avaliado através do registro alimentar de seis dias para energia, macronutrientes, fibras alimentares e micronutrientes. A avaliação antropométrica consistiu das medidas da estatura, peso, dobras cutâneas e circunferências que permitiram avaliar o estado nutricional. As análises bioquímicas realizadas foram: hemoglobina, hematócrito, ferritina e transferrina para verificar o estado nutricional de ferro; uréia, albumina e creatinina para caracterizar o perfil protéico e colesterol total e frações e triglicerídios para avaliar o perfil lipídico. Os resultados mostraram que os atletas apresentavam grandes variações quanto ao consumo energético (2.179 a 4.294kcal e de macronutrientes. Os atletas apresentaram consumo lipídico de 25 a 30% do valor energético total (VET, protéico de 1,8 a 3,9g/kg/dia e baixo percentual de carboidratos (48 a 54% do VET e baixa ingestão de vitamina E. A avaliação bioquímica demonstrou não haver anemia ferropriva, com as reservas protéicas adequadas e perfil lipídico dentro da faixa de normalidade. Conclui-se que os futebolistas amputados necessitam de orientação nutricional para corrigir os hábitos alimentares, observados no período pré-competitivo e para propiciar melhor desempenho atlético.A pesar de que el futbol es un deporte popular en el Brasil, el futbol de

  20. Evolução do estado nutricional de crianças submetidas a um programa de suplementação alimentar em município do Estado de São Paulo Evolution of the nourishing condition on children submitted to additional feeding program in county of state of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Gonçalves Carvalho

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto do Programa de Incentivo ao Combate às Carências Nutricionais no município de Assis, estado de São Paulo. MÉTODOS: Foram acompanhadas 132 crianças menores de 24 meses, que permaneceram por um ano no Programa de Incentivo ao Combate às Carências Nutricionais. O estado nutricional foi avaliado pelo índice Peso para Idade expresso em escore-Z da mediana da população de referência do Nacional Center Health Statistics no início, aos 2, 6, 9 e 12 meses de acompanhamento. RESULTADOS: Entre as crianças estudadas, 70% foram classificadas como desnutridas ou em risco nutricional no momento do ingresso no Programa Incentivo ao Combate às Carências Nutricionais. Em relação ao incremento de peso, comparando-se o início e após 12 meses, 64% das crianças ganharam peso. Analisando-se a variação média do escore-Z de Peso para Idade nos intervalos de tempo estudados, segundo as faixas etárias e o estado nutricional na entrada ao programa, observou-se que as crianças menores de um ano de idade foram as que apresentaram um significativo incremento de peso. CONCLUSÃO: Pode-se concluir que as crianças com déficits nutricionais e menores de um ano de idade foram as que mais se beneficiaram do programa de suplementação alimentar Incentivo ao Combate às Carências Nutricionais.OBJECTIVE: The objective of this study was to assess the impact of the Program Incentive to Fight Nutritional Deficiencies in the city of Assis, state of São Paulo. METHODS: A total of 132 children under 24 months who participated in the Program Incentive to Fight Nutritional Deficiencies for one year were followed. Their nutritional status was determined by comparing their weight-for-age in z-scores at baseline and after 2, 6, 9 and 12 months of follow-up to that of the reference population median given by the National Center for Health Statistics. RESULTS: Most (70% of the children were classified as

  1. Risco nutricional em pacientes adultos e idosos de um hospital do sul do Brasil = Nutritional risk in elderly and adult patients of a hospital in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabbardo, Renata Araujo Rodrigues

    2014-01-01

    Conclusões: Observou-se elevada proporção de pacientes em risco nutricional, sendo a redução na ingestão alimentar na última semana a variável que mais contribuiu para dar sequência à segunda etapa do processo de triagem nutricional

  2. Influência da televisão no consumo alimentar e na obesidade em crianças e adolescentes: uma revisão sistemática Television influence on food intake and obesity in children and adolescents: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Elizandra Rossi

    2010-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar a influência da televisão no consumo alimentar e na obesidade em crianças e adolescentes. Realizou-se revisão sistemática nas bases MedLine, PubMed, SciELO-Brasil e Lilacs, capturando-se 73 artigos publicados entre 1997 e 2007. Definiu-se não analisar artigos com adultos ou pré-escolares, notas, comunicações, revisões, amostras de população específica (indígenas, por exemplo e enferma (exceto obesidade, e estudos de intervenção, selecionando-se vinte artigos para análise. Em seis, dentre oito estudos brasileiros, observou-se associação significativa entre televisão e obesidade, e, em um destes, também se verificou associação positiva entre televisão e consumo alimentar. Nas investigações internacionais, observaram-se seis, dentre dez artigos, evidenciando associação entre televisão e obesidade, além de se identificar associação inversa entre televisão e tempo de atividade física. Em cinco artigos, do total de seis internacionais que investigaram o consumo alimentar, observou-se associação significativa entre televisão e ingestão alimentar, verificando-se que crianças e adolescentes que despendem maior tempo com a televisão tendem a ingerir menos frutas e verduras, e mais porções de salgadinhos, doces e bebidas com elevado teor de açúcar. A associação entre televisão e consumo alimentar foi evidente (85% dos artigos, e a associação com obesidade apareceu em 60% dos artigos. Ao identificar-se que o tempo em frente à TV associa-se à inadequação dos hábitos alimentares e à redução da atividade física, revela-se o hábito de assistir à televisão como um importante fator que pode propiciar a obesidade entre crianças e adolescentes.The objective of this study was to identify the influence that watching television has on food intake and obesity in children and adolescents. A systematic review of the MedLine, PubMed, SciELO-Brasil and Lilacs databases

  3. Perfil nutricional de crianças portadoras do transtorno do espectro autista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Vanuza Caetano

    2018-02-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o estado nutricional e o consumo alimentar de crianças portadoras do transtorno do espectro autista (TEA. Métodos: O estudo teve abordagem de natureza quantitativa, descritiva, exploratória e transversal. Participaram 26 crianças, de 3 a 10 anos de idade, com diagnóstico do TEA, de ambos os sexos, atendidas no município de Limoeiro do Norte, Ceará. Os dados foram coletados através de entrevistas, ordenadas por um questionário sociodemográfico (idade, renda familiar, escolaridade dos participantes, tratamento psicofarmacológico, idade recebida do diagnóstico do TEA, classificação da CID-10 e histórico clínico; histórico nutricional; aplicação de 3 recordatórios de 24 horas; e medidas antropométricas (peso, altura, circunferência do braço e as dobras cutâneas tricipital e subescapular, com posterior cálculo do índice de massa corporal (IMC. Utilizou-se análise descritiva e as variáveis contínuas foram expressas em média ± desvio padrão e coeficiente de variação. Resultados: Das crianças avaliadas, 10 (38,5% apresentaram sobrepeso (23,1%, n=6 e obesidade (15,38%, n=4 pelo IMC/I (Índice de Massa Corporal para Idade, bem como 10 crianças (38,5% apresentaram risco de sobrepeso. O consumo de energia (EER esteve acima do recomendado para 14 (53,85% dos autistas. Identificou-se inadequação no consumo de vitamina A (77%, n=20, vitamina B6 (58%, n=15 e cálcio (50%, n=13. Conclusão: As crianças com o TEA demonstram elevados índices de sobrepeso, obesidade e elevada inadequação na ingestão de vitaminas e minerais.

  4. Neoplasias do trato alimentar superior de bovinos associadas ao consumo espontâneo de samambaia (Pteridium aquilinum Neoplasms of the upper digestive tract of cattle associated with spontaneous ingestion of bracken fern (Pteridium aquilinum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marione A. Moreira Souto

    2006-06-01

    Full Text Available Foram estudados 30 bovinos com neoplasias no trato alimentar superior (TAS associadas ao consumo espontâneo de samambaia (Pteridium aquilinum provenientes de 27 propriedades rurais, sendo 23 no município de Jaguari e quatro em Nova Esperança do Sul, Rio Grande do Sul. A população bovina total das 27 propriedades em que ocorreram os casos era de 1.090 bovinos e havia quantidade abundante de samambaia nas áreas de pastoreio dos animais. Vinte e seis bovinos eram vacas e 4 eram machos castrados. A idade variou de 3 a 13 anos, sendo o maior número de casos entre 7 e 8 anos (46,6%. Os sinais clínicos observados incluíram emagrecimento progressivo, atonia ruminal, tosse, disfagia, regurgitação, halitose, diarréia e timpanismo. Outros sinais clínicos menos freqüentes foram apetite seletivo, dispnéia e salivação. Dois bovinos tiveram morte espontânea e 28 foram submetidos à eutanásia em estágios avançados da doença e necropsiados. Os principais achados macroscópicos e histológicos observados nos 30 bovinos localizavam-se nos mesmos locais do TAS e consistiram de papilomas, papilomas em transformação para carcinomas de células escamosas (CCEs e CCEs. Metástases de CCEs para linfonodos regionais e outros órgãos (como fígado e pulmões foram também observadas (18/30. Vinte e nove bovinos tinham papilomas de diversos tamanhos, sendo a quantidade variável entre leve (45%, moderada (38% e acentuada (17%. Nos papilomas examinados microscopicamente, foram observadas três fases de desenvolvimento: a fase de inicial de crescimento, b fase de desenvolvimento, e c fase de regressão. Em 16 bovinos, observou-se a transformação maligna de papilomas em CCEs. Os CCEs eram únicos (12/30 ou múltiplos (18/30 e variaram quanto ao grau de diferenciação celular entre bem, moderadamente ou pouco diferenciados. Quando a distribuição dos CCEs de maior extensão foi agrupada em regiões cranial (base da língua, faringe

  5. Dieta e câncer gástrico: aspectos históricos associados ao padrão de consumo alimentar no estado do Pará Diet and gastric cancer: historical aspects associated with dietary patterns in the state of Pará, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia da Silva Resende

    2006-08-01

    Full Text Available O câncer gástrico ainda constitui importante problema de saúde pública no estado do Pará, onde as taxas de mortalidade apresentam valores acima da média brasileira. As bases históricas de ocupação de espaço na Amazônia, bem como as relações econômico-sociais estabelecidas ao longo desse processo, marcaram o padrão alimentar desse Estado. Este trabalho tem por objetivo reconstruir as principais características do padrão alimentar dessa população no século passado. Procurou-se identificar todas as publicações científicas disponíveis que relacionavam dados sobre os hábitos alimentares dos residentes do Pará no século XX. A partir dessas publicações, foi possível caracterizar o padrão alimentar da população paraense no século XX, que incluía um elevado consumo de sal, utilizado na conservação de carnes e frutos do mar, um consumo relativamente reduzido e irregular de legumes e verduras e uma importante ingestão de glicídios, a partir da farinha de mandioca, muitas vezes adicionada de corantes artificiais. O padrão de dieta retratado, provavelmente comum a outras regiões da Amazônia, pode ser caracterizado, com base na literatura científica, como potencialmente favorecedor de certas condições associadas à carcinogênese gástrica. Nesse sentido, ele poderia ter contribuído, em parte, para a alta mortalidade por essa neoplasia registrada na região Norte.Gastric cancer still constitutes an important public health problem in the state of Pará, Brazil, where mortality rates are above the Brazilian average rates. The historical basis of occupation of the Amazon region, as well as the social-economic relations established during this process, have marked the dietary patterns of this state. The aim of this work is to reconstruct some of the main characteristics of the dietary pattern of the population of Pará in the last century. We sought to identify all the scientific papers that contained data on the

  6. Atrofia nutricional e nanismo nutricional em escolares de Tabatinga, Amazonas, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Enrique Gainette-Prates

    2015-01-01

    Full Text Available Este artículo tuvo como propósito evaluar la prevalencia de atrofia nutricional y enanismo nutricional en estudiantes, de 6 a 11 años de edad, de escuelas públicas de Tabatinga, Amazonas, Brasil. Fue realizado un estudio transversal en que fueron evaluados 340 estudiantes a través de datos antropométricos (peso y altura. Se utilizó los índices altura/edad y peso/edad basados en el score-z. Los estudiantes con altura/edad inferior a -2 desviación estándar fueron clasificados con atrofia nutricional y aquellas con peso/edad inferior a -2 desviación estándar con nanismo nutricional. El Consumo Energético-Proteico fue evaluado por medio de Cuestionario de Frecuencia Alimentaria. El ingreso familiar clasificado en clases económicas se basó en criterios de la Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa. Se verificó que 18 estudiantes (5,3% presentaron altura/edad abajo de -2 desviación estándar. Sin embargo, no hubo estudiantes con peso/edad abajo de desviación estándar. Se percibe que ni todos los estudiantes con déficit nutricional eran de clases económicamente vulnerables (C, D, E. El consumo alimentario evidenció carencia de proteínas y de calorías saludables en la dieta de los estudiantes, siendo el principal determinante de la desnutrición en esa población. No hubo correlación entre el nanismo nutricional y el rendimiento escolar de los estudiantes.

  7. Diferenças na percepção da imagem corporal, no comportamento alimentar e no estado nutricional de universitárias das áreas de saúde e humanas Differences in body image perception, eating behavior and nutritional status of college students of health and human sciences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda Laus

    2009-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A literatura refere uma maior prevalência de transtornos alimentares em acadêmicas de cursos universitários nos quais a aparência física é importante, entre eles Educação Física e Nutrição. Supõe-se que pessoas preocupadas com seu peso e imagem corporal optem por essas áreas por terem um interesse pessoal pelo tema. O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção da imagem corporal, o comportamento alimentar e o estado nutricional de estudantes de cursos das áreas da saúde e humanas para comparação entre estas. MÉTODO: Aplicou-se o Eating Attitudes Test (EAT-26 e o Body Shape Questionnaire (BSQ em 127 alunas do primeiro ano dos cursos de Nutrição e Educação Física (Saúde e de Publicidade e Propaganda e Administração de Empresas (Humanas que forneceram dados de peso e altura para cálculo do índice de massa corporal. RESULTADOS: Encontrou-se uma grande prevalência de distorção da imagem em todos os grupos, sem diferença entre as áreas ou entre os cursos. O EAT-26 indicou maiores escores nas estudantes da saúde em relação às de humanas, com alunas de Nutrição apresentando as maiores pontuações, estatisticamente diferentes das encontradas nos cursos de Publicidade e Administração, mas não de Educação Física. Além disso, a maioria das alunas foi classificada como eutrófica, e não se encontraram mulheres com obesidade em nenhum dos cursos, não havendo diferença significativa entre áreas ou cursos para esta variável. DISCUSSÃO: A alta incidência de distorção da imagem corporal associada à grande prevalência de comportamento alimentar inadequado nas alunas da área da saúde demonstra uma possível susceptibilidade ao desenvolvimento de transtornos alimentares.INTRODUCTION: The literature reports a higher prevalence of eating disorders among undergraduate students whose majors value physical appearance, including Physical Education and Nutrition. It is possible to assume that

  8. Feed intake and prediction assessments using the NRC, CNCPS and BR-CORTE systems in Nellore and Red Norte steers finished in feedlot Consumo alimentar e avaliação das predições pelos sistemas NRC, CNCPS e BR-CORTE em novilhos Nelore e Red Norte terminados em confinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otávio Rodrigues Machado Neto

    2010-02-01

    Full Text Available The objective of this research was to evaluate the dry matter intake (DMI and nutrient consumption in Nellore and Red Norte steer finished in a feedlot and compare the actual and predicted values by NRC (2000, CNCPS 5.0 and BR-CORTE systems. Forty-one animals, 19 Nellore and 22 Red Norte steers, with initial live weight of 361 ± 31 kg and 367 ± 30 kg, respectively, were used. The experiment lasted 84 days, with 28 days for adaptation and 56 experimental days. The animals were weighed at the beginning and at end of each 28-day period after 16 hours fasting. The dry matter intake was estimated by LIPE, chrome oxide and indigestible dry matter (DMi markers. There were no differences between Nellore and Red Norte DMI when expressed in kg/day (10.66 vs. 10.44. When intake was expressed in percentage of live weight (% LW, Nellore steer presented higher intake than Red Norte steer (2.55 vs. 2.39%. All the systems evaluated presented a lower predicted intake than the observed intake. However, these differences were smaller for crossbreed animals.Este trabalho foi realizado com os objetivos de avaliar o consumo de matéria seca (CMS e dos nutrientes da dieta em novilhos Nelore e Red Norte terminados em confinamento e comparar os valores observados aos preditos por meio dos sistemas NRC (2000, CNCPS 5.0 e BR-CORTE. Utilizaram-se 41 novilhos, não-castrados, de dois grupos genéticos, sendo 19 Nelore com peso vivo inicial médio de 361 ± 31 kg e 22 Red Norte com peso vivo inicial de 367 ± 30 kg. No início do período de adaptação, com duração de 28 dias, os animais foram pesados após jejum alimentar de 16 horas e tratados contra endo e ecto parasitas. O período experimental teve duração de 56 dias e, além das pesagens nestes períodos, foram realizadas mensurações do consumo individual, utilizando-se os indicadores LIPE, óxido crômico e matéria seca indigestível (MSi. A comparação entre os dados de consumo observados com aqueles

  9. Proteína C reativa e síndrome metabólica em crianças e adolescentes obesos e não obesos: relação com consumo alimentar

    OpenAIRE

    Borba, Vanessa Vieira Lopes

    2011-01-01

    A Síndrome Metabólica (SM) consiste em um conjunto de anormalidades metabólicas, descritas inicialmente em adultos, mas encontrada também na população pediátrica. As suas características englobam: obesidade, hipertensão arterial sistêmica, dislipidemia, intolerância à glicose e resistência insulínica. Todos esses fatores estão relacionados a questões genéticas, de comportamento alimentar e de hábitos de vida. A Proteína C Reativa (PCR), um marcador de atividade inflamatória, ve...

  10. Indústria moderna e padrão alimentar: o espaço do trabalho, do consumo e da saúde Modern factory and dietary pattern: the space of work, consumption and health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Veloso Viana

    2009-12-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por objetivo evidenciar a Política de Produção como uma estrutura relevante para a construção de uma complexa teia de processos que conformam o padrão alimentar de um segmento operário e seus problemas de saúde associados à alimentação. Fundamentado na técnica do estudo de caso, o trabalho desenvolve-se numa fábrica do Polo Petroquímico de Camaçari, privilegiando uma abordagem centrada na experiência vivida pelos trabalhadores. Nesse sentido, coloca-se sob a perspectiva das relações sociais, organizando-se em torno das dimensões geral, particular e singular, de modo a elucidar dinâmicas que, situadas em diferentes níveis, articulam-se aos processos de produção e reprodução do padrão alimentar e dos problemas de saúde. Para a coleta de dados, foram utilizados como instrumentos uma entrevista semiestruturada, um questionário autoaplicável, além de uma ficha para registro dos problemas de saúde associados à alimentação. Os resultados, problematizados à luz dos diferentes espaços explicativos, evidenciam os processos mais gerais do contexto fabril, passando pelos processos modeladores do padrão alimentar, até as formas de percepção e conduta em face desses problemas. Conclui com uma discussão sobre o conflito vivido pelo grupo em relação ao modelo de cuidado implementado pela fábrica, às estratégias de superação dos processos que reproduzem seu padrão alimentar e os problemas de saúde a ele associados.The objective of this paper is to show that the Production Policy is a relevant structure to build a complex net of processes which configure the dietary patterns of a working segment and its health problems associated with diet. Based on the case study technique, the work was developed at a factory in the Petrochemical Complex of Camaçari, focusing on an approach centered on the workers' experience. In this way, it is centered on the perspective of social relations, organized

  11. Bens de consumo e insegurança alimentar: diferenças de gênero, cor de pele autorreferida e condição socioeconômica Household appliances and food insecurity: gender, referred skin color and socioeconomic differences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Marin-Leon

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD, 2004, foram comparadas as diferenças na prevalência de insegurança moderada/grave em relação à segurança alimentar, e insegurança leve quanto à posse de bens de consumo e outras condições socioeconômicas e demográficas. MÉTODOS: Foram estudados os domicílios particulares permanentes, com rendimento domiciliar per capita de até um salário mínimo, utilizando-se a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar respondida por morador do domicílio (n=51.357. A associação entre as variáveis e a variável dependente (segurança alimentar foi verificada pelo teste do Χ2 com nível de significância de 5%. Foram calculadas razões de prevalência brutas e intervalos de confiança de 95% e a análise ajustada foi conduzida por meio de regressão múltipla de Poisson, utilizando Stata 8.0, que incorpora as ponderações do desenho amostral com delineamento complexo. RESULTADOS: A renda domiciliar mensal per capita foi a variável com maior força de associação com a segurança alimentar. Tanto em áreas urbanas quanto rurais, foram encontradas elevadas razões de prevalência para insegurança alimentar moderada ou grave nos domicílios chefiados por mulheres, de cor negra, presença no domicílio de seis ou mais moradores, localização metropolitana e com ausência de alguns bens específicos (fogão, filtro, geladeira, freezer, máquina de lavar roupa e telefone celular. Em modelo que incluiu, entre os bens, apenas a posse de geladeira, a maior razão de prevalência ocorreu na renda de até ¼ de salário mínimo, seguindo-se a ausência de posse de geladeira, tanto nos domicílios chefiados por homens brancos, como por negros e mulheres brancas ou negras. Embora os domicílios chefiados por mulheres e por negros apresentem maior insegurança alimentar, as diferenças intragrupais foram maiores em domicílios chefiados por homens brancos e menores

  12. Association between food consumption in the first months of life and socioeconomic status: a longitudinal study Associação entre consumo alimentar nos primeiros meses de vida e condições socioeconômicas: um estudo longitudinal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Theodoro dos Santos Neto

    2009-10-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This paper aims to describe the quality of the feeding practices of infants from the moment liquids and semi-solid foods are introduced into their diets and to determine associations between feeding practices and socioeconomic status. METHODS: The initial population consisted of 86 infants aged 0 to 3 months; they were selected from 3 Public Primary Healthcare Units of the city of Vitória. Seven visits were made to the children's homes to collect descriptive data on the mother, house, eating habits and sucking habits. Chi-square tests were applied and logistic regression analysis was performed to measure the associations. RESULTS: Approximately 50% of the children were given bottles before age 3 months, while semi-solid foods were given to 75% of the infants aged 6 months or less. Logistic regression models showed that the lack of paternal contribution to the family's income is a risk factor for the consumption of beans (OR =3.9; CI - 95% =1.2-12.6. Family income equal to or above two minimum wages was likely to promote fruit consumption (OR =0.4: CI - 95%=0.14-1.15. CONCLUSION: Food variety percentages revealed that most children under two years of age were not being fed properly. The mother's education level and contribution of the father to family income seem to influence the consumption of certain foods, such as fruits and beans. However, they do not fully explain the feeding practices found in the first months of life, showing that other more complex issues may be involved.OBJETIVO: Objetivou-se descrever a qualidade do consumo alimentar de crianças a partir da inclusão da alimentação complementar líquida e semi-sólida, nos primeiros meses de vida, além de determinar as associações entre as práticas alimentares e as condições socioeconômicas. MÉTODOS: O grupo inicial constituiu-se por 86 bebês com idades de 0 a 3 meses, selecionados em áreas de abrangência de três Unidades Básicas de Saúde do Município de

  13. O comportamento alimentar de escolares do ensino básico e sua associação com excesso de peso e consumo da alimentação escolar

    OpenAIRE

    Juliana Melo Teruel Biagi Camargo

    2015-01-01

    Resumo: A mudança no padrão de consumo de alimentos e o sedentarismo têm levado ao aumento do excesso de peso da população em todo mundo. Nos países em desenvolvimento, a prevalência do excesso de peso tem aumentado rapidamente, principalmente entre as crianças. No Brasil, as analises das Pesquisas de Orçamentos Familiares (POF) tem evidenciado a tendência do aumento do excesso de peso na infância e da diminuição da desnutrição. A obesidade é acompanhada de comorbidades consideradas problemas...

  14. Consumo e fermentação ruminal de proteínas em função de suplementação alimentar energética e protéica em novilhos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbosa Natália Guarino Souza

    2001-01-01

    Full Text Available Objetivou-se analisar o efeito de suplementação energética sobre o consumo e a fermentação ruminal de proteínas em dois níveis de proteína dietética (6 e 20%. Quatro novilhos mestiços fistulados no rúmen foram utilizados em um quadrado latino e os tratamentos arranjados em um fatorial 2 × 2, em que as dietas testadas constituíram-se de: A. só feno; B. feno + 2,8 kg de farelo de soja; C. feno + 2,8 kg de fubá de milho; e D. feno + 2,8 kg de farelo de soja + 2,8 kg de fubá de milho. Foram realizados quatro períodos experimentais constituídos de 18 dias, sendo sete dias para adaptação dos animais, sete dias para determinação do consumo de matéria seca e quatro dias para coleta de amostras. As coletas foram feitas através de fístula ruminal nos tempos zero, dois, quatro e seis horas após a alimentação, sendo utilizadas para determinações das concentrações de amônia, pH e AGV do líquido ruminal. Não houve interações entre o fubá de milho e o farelo de soja, assim como não ocorreu efeito do tempo de coleta sobre os parâmetros estudados. O farelo de soja reduziu a relação acetato:propionato (A:P em 13%, aumentou o consumo de matéria seca total (CMSt em 41,2%, sem alterar o consumo de forragem e o pH, e aumentou as concentrações de amônia (790%, propionato (48%, AGV total (39%, isobutirato (165%, isovalerato (208% e valerato (201%. O fubá de milho não afetou a fermentação de proteína, embora tenha causado aumento no CMSt (35% e decréscimo no pH ruminal (6% e na relação A:P (18%.

  15. Avaliação nutricional de pacientes com câncer de mama atendidas no Serviço de Mastologia do Hospital das Clínicas, Belo Horizonte (MG, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirce Ribeiro de Oliveira

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é avaliar o perfil nutricional, a composição corporal e as características tumorais de 31 pacientes com câncer de mama atendidas pelo Serviço de Mastologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Os dados da dieta foram coletados usando-se o recordatório de 24 horas no momento pré-cirúrgico e analisados pelo Software de Nutrição DietWin Profissional 2008. A composição corporal foi avaliada por análise de impedância bioelétrica. A caracterização tumoral foi realizada através da avaliação dos dados obtidos no prontuário de cada paciente. A idade média foi de 50,75 ± 14,3 anos. Foi observado excesso de peso corporal em 58% das pacientes e circunferência da cintura maior que 80 cm em 64,5%. Consumo excessivo de alimentos pertencentes aos grupos dos óleos e dos açúcares foi verificado em 90,3% e 83,8%, respectivamente. A maioria das pacientes apresentou baixo consumo de cálcio e de vitaminas B6, B12 e A. O diagnóstico predominante foi de carcinoma ductal invasivo, de grau histológico tipo II em estadio II ou III. A prevalência do excesso de peso e a inadequação do consumo alimentar demonstram a necessidade de orientação e acompanhamento nutricional individualizado, visando melhorar o prognóstico e a qualidade de vida da paciente.

  16. Adesao ao guia alimentar para populacao brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliseu Verly Junior

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO : Analisar a adesão ao Guia Alimentar para População Brasileira. MÉTODOS : Amostra composta por participantes do Inquérito de Saúde de São Paulo (n = 1.661 que preencheram dois recordatórios de 24 horas. Foi utilizado modelo bivariado de efeito misto para a razão entre o consumo de energia do grupo de alimentos e o consumo calórico total. A razão estimada foi utilizada para calcular o percentual de indivíduos com consumo abaixo ou acima da recomendação. RESULTADOS : Pelo menos 80,0% da população consome abaixo do recomendado para: leite e derivados; frutas e sucos de frutas; e cereais, tubérculos e raízes; aproximadamente 60,0% para legumes e verduras; 30,0% para feijões; e 8,0% para carnes e ovos. Adolescentes apresentaram a maior inadequação para legumes e verduras (90,0%, e o estrato de maior renda foi associado à menor inadequação para óleos, gorduras e sementes oleaginosas (57,0%. CONCLUSÕES : Foi observado consumo inadequado dos grupos de alimentos relacionados com aumento do risco de doenças crônicas.

  17. Food frequency consumption and lipoproteins serum levels in the population of an urban area, Brazil Freqüência de consumo alimentar e níveis séricos de lipoproteínas na população de Cotia, SP, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélida Schmid Fornés

    2000-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To identify the association between food group consumption frequency and serum lipoprotein levels among adults. METHODS: The observations were made during a cross-sectional survey of a representative sample of men and women over 20 years old living in Cotia county, S. Paulo, Brazil. Data on food frequency consumption, serum lipids, and other covariates were available for 1,045 adults. Multivariate analyses adjusted by age, gender, body mass index, waist-to-hip ratio, educational level, family income, physical activity, smoking, and alcohol consumption were performed. RESULTS: Consumption of processed meat, chicken, red meat, eggs and dairy foods were each positively and significantly correlated with LDL-C, whereas the intake of vegetables and fruits showed an inverse correlation. Daily consumption of processed meat, chicken, red meat, eggs, and dairy foods were associated with 16.6 mg/dl, 14.5 mg/dl, 11.1 mg/dl, 5.8 mg/dl, and 4.6 mg/dl increase in blood LDL-C, respectively. Increases of daily consumption of fruit and vegetables were associated with 5.2 mg/dl and 5.5 mg/dl decreases in LDL-C, respectively. Alcohol beverage consumption showed a significant positive correlation with HDL-C. CONCLUSIONS: Dietary habits in the study population seem to contribute substantially to the variation in blood LDL and HDL concentrations. Substantially CHD risk reduction could be achieved with dietary changes.OBJETIVO: Identificar a associação entre a freqüência de consumo de diferentes grupos de alimentos e níveis de lipídios séricos de adultos. MÉTODOS: As observações pertencem a um estudo transversal e correspondem a uma amostra representativa de 1.045 adultos de ambos os sexos, de 20 anos ou mais, residentes no município de Cotia, SP, Brasil. Foram determinados a ingestão de alimentos pela freqüência de consumo alimentar, níveis de lipídios séricos e outras variáveis. Foram elaborados modelos de regressão linear m

  18. Níveis de concentrado na dieta de novilhos f1 Limousin x Nelore: consumo, conversão alimentar e ganho de peso Concentrate levels in the diet for crossbreed Limousin x Nellore bulls: intake, feed: gain ratio and weight gain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Gesualdi Júnior

    2000-10-01

    Full Text Available Utilizaram-se 45 bovinos F1 Limousin x Nelore, inteiros, com, em média, 14 meses de idade e peso vivo inicial de 330 kg, para avaliar os efeitos de diferentes níveis de concentrado na matéria seca (25,0; 37,5; 50,0; 62,5; e 75,0% e dois métodos de balanceamentos de rações (o primeiro, tendendo a ser isoprotéico e o segundo, variando proteína com energia sobre os consumos de matéria seca (CMS e fibra em detergente neutro (FDN, conversão alimentar (CA, ganhos diários de peso vivo (GMDPV, corpo vazio (GMDPVZ e carcaça (GCAR. Cinco animais foram abatidos no início do experimento, como referência, para estimar o peso corporal vazio inicial dos animais que permaneceram no confinamento. Os animais receberam alimentação à vontade até atingirem o peso de abate preestabelecido de 500 kg. Foi utilizado o feno de capim-coastcross como fonte de volumoso na dieta. O delineamento foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 5, com quatro repetições. As formas de balanceamento resultaram em igual desempenho dos animais. Os consumos de MS responderam de maneira quadrática, estimando-se os máximos de 8,04 kg MS, 1,99% PV e 89,22 g MS/kg0,75 para os níveis de 41,42; 36,71; e 37,96% de concentrado, respectivamente. Conversão alimentar, consumo de FDN e dias de confinamento decresceram e o GMDPVZ cresceu linearmente, com o aumento dos níveis de concentrado na ração. Os GMDPV e GCAR apresentaram resposta quadrática, com máximos de 1,16 e 0,81 kg para 61,11 e 64,47% de concentrado, respectivamente.Forty five crossbreed F1 Limousin x Nellore young bulls, averaging 14 months of age and initial 330 kg LW, were used to evaluate the effects of different concentrate levels (25.0, 37.5, 50.0, 62.5 and 75.0% as DM basis and two diet balance methods (one, almost isoprotein and the second, changing protein as energy of the diet change on the intakes of dry matter (DMI and neutral detergent fiber (NDFI, feed: gain ratio (FG, daily gains of

  19. Quais os suplementos alimentares mais utilizados?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Bisotto Ferreira

    2016-07-01

    Full Text Available O consumo de suplementos alimentares tem sido muito utilizado e difundido por praticantes de atividade física, em especial a musculação por pessoas com objetivos de melhora em desempenho, redução de gordura corporal, aumento de massa muscular entre outros. Esta pesquisa tem como objetivo revisar sobre quais os suplementos alimentares são utilizados na atualidade, e destacar o mais utilizado. A fonte dos dados é uma pesquisa bibliográfica realizada em média dos últimos 15 anos, foram examinados 232 estudos, sendo selecionados 48. Os suplementos alimentares discutidos nesse artigo foram: Carboidratos, vitaminas e minerais, l-carnitina, creatina, proteínas e aminoácidos. O principal motivo para a utilização de suplementos foi o aumento de massa muscular, predominantemente indicado por professores, instrutores e treinadores, apesar da grande variedade, os suplementos mais utilizados são as proteínas e aminoácidos, e, na maioria dos casos com o intuito de aumentar a massa muscular e melhorar sua recuperação.

  20. Perfil antropométrico e alimentar de pré-escolares de uma escola pública do Alto Paranaíba, MGAnthropometric and dietary profile of preschool children in a public school in Alto Paranaíba, MGdoi:10.12662/2317-3076jhbs.v4i3.864.p166-173.2016

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Muriele Pereira Mendes Cornélio

    2016-09-01

    Full Text Available Introdução: a fase pré-escolar é um período de importantes mudanças alimentares a qual tem contribuído para o excesso de peso em crianças de todas as classes econômicas. Objetivo: analisar o perfil antropométrico e alimentar de pré-escolares de uma escola pública municipal de Rio Paranaíba, MG. Métodos: para a realização da pesquisa de caráter transversal e quantitativa, analisou-se o perfil antropométrico e alimentar (frequência alimentar de alguns alimentos e a distribuição percentual de nutrientes da alimentação escolar de crianças. Para avaliar o consumo da alimentação escolar entre os gêneros, utilizou-se o Teste Mann Whitney, e na associação do consumo dos alimentos obesogênicos e o estado nutricional, por gênero, utilizou-se o Teste Qui-quadrado, ambos a 5%. Resultados: das 58 crianças avaliadas, os meninos apresentaram mais excesso de peso. Os pré-escolares apresentaram uma ingestão diária elevada de alimentos obesogênicos (achocolatados, biscoitos recheados e suco em pó, e baixo para aqueles considerados saudáveis (beterraba, cenoura, mamão e os folhosos. Entre os alimentos obesogênicos avaliados, o achocolatado em pó foi o mais consumido, e apenas o consumo de salgadinho (chips, pelos meninos, correlacionou-se com o excesso de peso. As meninas com excesso de peso apresentaram uma maior ingestão de proteínas, carboidratos, lipídios e ferro na alimentação escolar. Conclusão: embora somente o consumo de salgadinho correlacionou-se ao excesso de peso, alguns pré-escolares apresentaram uma ingestão diária elevada de alimentos obesogênicos e baixo para aqueles considerados saudáveis, bem como maiores quantidades de proteínas, carboidratos e lipídios na alimentação escolar, fatos que podem contribuir para o excesso de peso apresentado.l das crianças, elevando o peso das mesmas e ocasionar prejuízos funcionais ao organismo.

  1. INFLUÊNCIA DA QUALIDADE DA ÁGUA DESTINADA AO CONSUMO HUMANO NO ESTADO NUTRICIONAL DE CRIANÇAS COM IDADES ENTRE 3 E 6 ANOS, NO MUNICÍPIO DE OURO PRETO-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. C. ANTUNES

    2008-09-01

    Full Text Available

    A água corresponde a 70% do peso corporal. Excelente solvente, ela pode veicular produtos químicos, germes e parasitas, representando risco potencial à saúde da população, se não apresentar características de potabilidade dentro dos padrões legais. Como o distrito de Santa Rita de Ouro Preto não possui sistema de abastecimento convencional, neste trabalho buscou-se avaliar a qualidade da água desse sistema e verificar sua influência no estado nutricional de crianças de 03 a 06 anos. Foram coletadas 381 amostras de água, no período de julho de 2003 a abril de 2004, em residências, nascentes e reservatórios. Essas amostras foram submetidas às análises físico-químicas e bacteriológicas. Nas crianças moradoras das casas amostradas, foram realizados exame parasitológico de fezes e avaliação do estado nutricional. A água não se apresentou potável. Em 43% das amostras foram encontradas bactérias coliformes termotolerantes, em 100% cloro residual negativo, além de turbidez fora dos padrões em 55 amostras. Parasitas de veiculação hídrica foram encontrados nas amostras de fezes: Giardia lamblia (7,1%, Ascaris lumbricoides (33,3% e Entamoeba coli (46,4%. O estado nutricional das crianças foi considerado satisfatório, mas a qualidade da água pode reverter o quadro, se mecanismos que proporcionem melhorias da potabilidade não forem previstos.

  2. Faça o que Eu Digo, Não Faça o que Eu Faço: A Relação entre Adultos na Socialização Infantil no Consumo Alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda da Fonseca Massyliouk

    2016-12-01

    Full Text Available A relação entre pais e filhos no processo de socialização da criança foi foco de diversos estudos sobre estilos parentais e padrões de comunicação. No entanto, ainda que se saiba que o processo de socialização varia de família para família, ainda há espaço para maior aprofundamento na reflexão sobre negociações entre adultos que estão à frente das diretrizes de transmissão. Neste trabalho, buscou-se verificar de que forma as relações entre adultos, responsáveis (pai, mãe e avó pela criança, criam uma dinâmica específica de transmissão, que modula e particulariza o processo de socialização infantil. Esse objetivo torna-se particularmente complexo se o posicionamos no panorama contemporâneo, de onde emerge grande diversidade de arranjos familiares, reduzindo o protagonismo da dupla mãe-pai. Considerou-se o contexto específico do consumo de alimentos, utilizando a marca Coca-Cola como recurso de mercado para materializar as dinâmicas parentais. O estudo foi de natureza qualitativa, conduzido por meio de entrevistas em profundidade com sete famílias, totalizando doze entrevistados, onde foram entrevistados os responsáveis pela criança. Os achados da pesquisa mostram que a relação entre adultos gera padrões específicos de mediação parental, dentro do processo de socialização. Propõe-se uma tipologia de dinâmicas de mediação parental: cooperação harmoniosa, conflito, centralidade de poder e cooperação  difusa. A marca Coca-Cola encontrou funções e padrões de consumo particulares em cada contexto de mediação. 

  3. Coast cross (Cynodon dactylon (L. pers. hay and pigeon pea (Cajanus cajan (L. millsp digestibility and nutrients average intake by sheep under two feeding systems/ Consumo médio e digestibilidade do feno de capim “Coast cross” (Cynodon dactylon (L. pers. e feijão guandu (Cajanus cajan (L. Millsp em carneiros submetidos a dois regimes alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Waldemar de Oliveira Souza

    2007-08-01

    Full Text Available This experiment was carried out with the objectives of determining the daily average intake (DAI, apparent digestibility coefficient (ADC of coast cross hay and pigeon pea nutrients and to evaluate thenitrogen balance in sheep. Ten wethers with average weight of 27.50 kg, alloted to suitable cages, were used. A completely randomized design with two treatments (T1= 80% coast cross hay + 20% pigeon peaand T2= 60% coast cross hay + 40% pigeon pea and five replicates, was used. The treatments were evaluated under two feeding systems (voluntary and restrict. Animals receiving ration of T2 presentedhigher DAI (g/kg PV 0.75 (PO experimento foi realizado com os objetivos de determinar o consumo médio diário (CMD, o coeficiente de digestibilidade aparente (CDA dos nutrientes do feno de capim Coast cross e feijão guandu e avaliar o balanço de nitrogênio (BN em ovinos. Foram utilizados dez ovinos machos, castrados, com peso médio de 27,50 kg, alojados em gaiolas para metabolismo, em delineamento inteiramente casualizado com dois tratamentos (T1 = 80% de feno de Coast cross + 20% de guandu e T2 = 60% de feno de Coast cross + 40% de guandu e cinco repetições por tratamento. Os tratamentos foram avaliados sob dois regimes alimentares (consumo voluntário e restrito. Os animais recebendo ração do T2 apresentaram maior CMD (g/kg PV0,75 (p < 0,05 de matéria seca (MS, proteína bruta (PB, fibra bruta (FB, matéria orgânica (MO e extrato não nitrogenado (ENN, do que aqueles animais recebendo ração do T1. O CDA da FB da ração T2 foi maior (p < 0,05 do que o da ração T1. O BN dos animais que receberam 40% de guandu (13,15g N/ dia foi superior aos daqueles que receberam 20% desta leguminosa (10,29g N/dia. Conclui-se que o feijão guandu pode ser utilizado como fonte protéica na alimentação de ruminantes, possibilitando CDA da MS próximo de 52% para animais em regime de consumo voluntário, e 81% para animais em regime de consumo restrito. O

  4. Padrões alimentares de adolescentes na cidade de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Giacomelli Salvatti

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar os padrões alimentares de adolescentes eutróficos e com excesso de peso. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 239 adolescentes de ambos os sexos, na faixa etária de 14 a 19 anos, alunos de uma escola pública da cidade de São Paulo, Brasil. Foram coletados dados antropométricos e registro alimentar de 4 dias. O estado nutricional foi avaliado pelo índice de massa corporal de acordo com os critérios de Must et al., e foi aplicada análise fatorial para a identificação dos padrões alimentares. RESULTADOS: Foram identificados quatro padrões alimentares: tradicional, urbano, saudável e junk food. O estado nutricional de eutrofia teve associação positiva com os padrões tradicional e urbano, o sobrepeso com os padrões saudável e junk food, e a obesidade associou-se negativamente com os padrões urbano, saudável e junk food. CONCLUSÃO: O padrão saudável foi encontrado entre os adolescentes com sobrepeso, evidenciando preocupação com o controle do peso e tentativa de mudança do hábito alimentar. Entre os obesos, a ocorrência do sub-relato provavelmente tenha influenciado o resultado das associações.

  5. Comportamento consumidor, hábitos alimentares e consumo de televisão por escolares de Florianópolis Consumer behavior, eating habits and television viewing in students from Florianópolis, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Medeiros Rataichesck Fiates

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o comportamento consumidor de escolares em relação aos seus hábitos alimentares e a influência da televisão. MÉTODOS: Trata-se de estudo piloto com 57 escolares com idades entre 7 e 10 anos, do ensino fundamental de uma escola particular localizada em Florianópolis (SC. Foi utilizado um questionário, desenvolvido especialmente para a pesquisa, e realizada avaliação antropométrica. Os dados foram analisados utilizando testes de associação (teste Qui-quadrado de Pearson - c2 e análise de variância. As diferenças foram consideradas significantes quando pOBJECTIVE: To identify the consumer behavior of a small sample of students (pilot study, regarding their eating habits and influence of television. METHODS: This is a pilot study with 57 students aging from 7 to 10 years attending the elementary grades of a private school located in Florianópolis (SC. A questionnaire developed specifically for this research was used and anthropometric assessment was done. The data were analyzed using association tests (Pearson´s chi-square test -c2 and analysis of variance. The differences were considered significant when p<0.05. RESULTS: All students had television sets at home; 75.0% in their own bedrooms. Most of them snacked while watching television (98.0% or ate their meals with the television on (89.5%. Weekly intakes of fruit and vegetables were way below the ideal quantities proposed by the food pyramid. Students classified as frequent viewers (4 or more times a day ate fewer vegetables than did the moderate ones. Anthropometric evaluation indicated that 23.6% were overweight/obese and 9.1% presented central adiposity. CONCLUSION: Results suggest that strategies must be employed, such as parent's counseling and development of school programs, in order to prevent possible health problems in the studied population.

  6. Alimentação complementar e estado nutricional de crianças menores de dois anos atendidas no Programa Saúde da Família em Acrelândia, Acre, Amazônia Ocidental Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Tarricone Garcia

    2011-02-01

    Full Text Available Com objetivo de investigar o estado nutricional e alimentação complementar em crianças de 6 a 24 meses, residentes na Amazônia Ocidental Brasileira, um estudo transversal foi realizado na área urbana do Município de Acrelândia, Estado do Acre, com 164 crianças. As prevalências de déficit de estatura/idade e anemia foram de 12% e 40%, respectivamente, e de deficiência de ferro isolada, de 85%. Os níveis séricos das vitaminas A e B12 estavam baixos em 15% e 12% das crianças, respectivamente. Houve baixo consumo alimentar dos seguintes nutrientes (% de crianças abaixo das recomendações: ácido fólico (33%, vitamina C (40%, vitamina A (42%, zinco (46% e ferro (71%. A biodisponibilidade de ferro da dieta foi de 8%. Observou-se baixo consumo de frutas, hortaliças e carnes, com consumo excessivo de leite de vaca e mingau.

  7. O ambiente alimentar e o acesso a frutas e hortaliças: “Uma metrópole em perspectiva”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristine Souza Lopes

    Full Text Available Resumo Este trabalho objetivou explorar o ambiente alimentar de acordo com o acesso a frutas e hortaliças (FH, a partir da perspectiva de uma grande metrópole brasileira, referência internacional para políticas públicas de segurança alimentar e nutricional (SAN. Procedeu-se à revisão da literatura e de site oficial de divulgação das políticas de SAN e de planejamento urbano de Belo Horizonte (MG, além da construção de mapas. Os programas de SAN no município atendem a mais de um milhão de pessoas por dia, incluindo iniciativas de incentivo à produção de alimentos, defesa e promoção do consumo alimentar, comercialização subsidiada de alimentos e refeições, e capacitação em alimentação. Verificou-se no município a concentração de estabelecimentos comerciais de FH, incluindo aqueles com subsídios públicos (feiras-livres e sacolões públicos, na região mais rica da cidade, com acesso limitado na periferia e territórios de serviços de promoção da saúde (Programa Academia da Saúde. Entretanto, o aumento de unidades de sacolões públicos e privados, feiras-livres e supermercados poderia favorecer o acesso a alimentos saudáveis nos territórios mais vulneráveis. Estes dados revelam a importância do monitoramento das políticas públicas, pela sociedade civil e representantes do governo, visando reduzir as iniquidades e contribuir para melhoria da qualidade de vida e o bem-estar social da população, além de colaborar para sistemas alimentares sustentáveis. Sugere-se que políticas públicas de SAN dialoguem com outras políticas, como as de saúde, planejamento urbano, assistência social, agricultura, dentre outras, de forma a promover a equidade e atender intersetorialmente às necessidades de comunidades mais vulneráveis.

  8. Transtornos alimentares em homens abstinentes de substâncias psicoativas em tratamento ambulatorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Medino Soares

    2017-01-01

    importante que sejam promovidas novas estratégias terapêuticas para o melhor atendimento nutricional dos indivíduos em abstinência.   Palavras-chave: Transtornos por Uso de Substância Psicoativa; Síndrome de Abstinência a Substâncias; Transtorno da Compulsão Alimentar; Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína; Dopaminérgicos; Alcoolismo, Obesidade.

  9. CONSUMO ENERGÉTICO PROVENIENTE DE ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS POR ADOLESCENTES

    OpenAIRE

    D’Avila, Helen Freitas; Kirsten, Vanessa Ramos

    2017-01-01

    RESUMO Objetivo: Avaliar o consumo proveniente dos alimentos ultraprocessados e fatores relacionados em adolescentes. Métodos: Estudo transversal com 784 adolescentes (de ambos os sexos e entre 12 a 19 anos) de escolas públicas e privadas do município de Palmeira das Missões, Brasil. O consumo alimentar foi registrado pelo questionário semiquantitativo de frequência de consumo de alimentos e convertido em energia (Kcal/dia). Os alimentos foram classificados em: minimamente processados, gr...

  10. Abordagem dos temas alimentação e nutrição no material didático do ensino fundamental: interface com segurança alimentar e nutricional e parâmetros curriculares nacionais Approach to food and nutrition issues in teaching materials in elementary school: interface with food and nutritional security and national curriculum parameters

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Gomes Fiore

    2012-12-01

    Full Text Available A Segurança Alimentar e Nutricional (SAN deve ser assegurada a todos. A escola é ambiente propício à formação de hábitos saudáveis e à construção de cidadania. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs orientam a promoção de concepções de saúde de modo transversal no currículo escolar. Este estudo teve como objetivo identificar e analisar a abordagem dos temas alimentação e nutrição no material didático do ensino fundamental e sua interface com o conceito de SAN e com os PCNs. Foi realizada pesquisa documental mediante o material didático de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental da rede pública do Estado de São Paulo. A presença difusa do tema alimentação e nutrição na maioria das disciplinas, por todos os bimestres, nas quatro séries, traz à tona a interdisciplinaridade em saúde. Verificou-se que os PCNs estão relacionados ao conceito de SAN nos seus diversos aspectos e que a maioria das disciplinas contém temas que abordam esta relação. Na interface entre os temas, destaca-se a promoção da saúde e a produção dos alimentos. A metodologia utilizada no material didático apresenta o tema, mas não o conteúdo correlato, o que impossibilitou a análise de sua adequação. Conclui-se que existe a abordagem dos temas relacionados à alimentação e nutrição no material didático, alguns de forma inconsistente, e cabe aos educadores a seleção do conteúdo e da estratégia adequada, além de sua constante atualização, o que está sendo proposto pelo Estado, mas não está ao alcance de todos os profissionais e, portanto, ainda depende da iniciativa de cada docente.Food and Nutrition Security (FNS must be ensured to everybody. The school environment is favorable to the formation of healthy habits and citizenship. The National Curriculum Parameters (PCNs guide the promotion of health concepts in a transversal way in the school curriculum. This study aimed to identify and analyze the approach used for

  11. Associação entre Estado Nutricional, Exames Laboratoriais e Sintomas em Crianças de 0 a 3 Anos com Diagnóstico de Alergia Alimentar Usuárias de um Centro de Referência no Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yara Sipauba Rodrigues

    2014-08-01

    Full Text Available A alergia alimentar – uma reação clínica anormal queenvolve mecanismos imunológicos específicos – teve um aumentoacentuado nas décadas recentes, a ponto de ser considerada um sérioproblema de saúde pública.

  12. Caracterização dos hábitos alimentares e avaliação antropométrica dos estudantes da Universidade de Coimbra

    OpenAIRE

    Sousa, Célia Maria Pires Lavaredas de

    2013-01-01

    Introdução: todo um enquadramento cultural, económico e psico-social torna a população universitária um grupo alvo de estudo e eventual intervenção nutricional, atendendo ao facto de os hábitos alimentares instituídos em idades mais jovens poderem ser os mais duradouros e mais relevantes no futuro. Objectivo: caracterizar os hábitos alimentares dos estudantes da Universidade de Coimbra recorrendo a um questionário de frequência alimentar e fazer a avaliação antropométrica com base no Índic...

  13. Impacto do estado nutricional no peso ao nascer de recém-nascidos de gestantes adolescentes Nutritional status impact on the birth weight of newborns pregnant adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Fontes Ferreira da Silva Guerra

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o impacto do estado nutricional de gestantes adolescentes no peso do recém-nascido. MÉTODOS: EM Estudo de coorte histórica foram avaliadas 97 gestantes adolescentes atendidas no período de maio a junho de 2004 e seus recém-nascidos. Foram incluídas gestantes entre 10 e 19 anos, internadas em trabalho de parto, e excluídas aquelas com gravidez múltipla, complicações gestacionais, idade gestacional menor do que 37 semanas e dados incompletos no prontuário. A avaliação do estado nutricional materno incluiu altura, índice de massa corporal (IMC pré-gestacional, ganho de peso gestacional (GPG e consumo calórico e protéico, obtidos por relatórios de consumo alimentar habitual no final do terceiro trimestre gestacional. A associação entre as variáveis maternas (altura, IMC pré-gestacional, GPG e consumo e o peso do recém-nascido foi analisada pelo teste de correlação de Spearman. O nível de significância de erro alfa foi de 5% (pPURPOSE: to evaluate the impact of the nutritional status of pregnant adolescents on the birth weight. METHODS: a cohort study including 97 adolescents and their respective newborns, evaluated from May to June, 2004. Pregnant women from 10 to 19 years old in labor were included in the study, and those with multiple pregnancies, complications, less than 37 weeks gestation, and incomplete data records were excluded. Maternal nutritional status evaluation included height, body mass index (BMI before pregnancy, gestational weight gain (GWG and caloric-proteic intake, obtained by habitual food intake recordatory by the end of the third gestational trimester. The association between maternal variables (height, pre-gestational BMI, GWG and intake and the newborn weight was analyzed by Spearman's correlation test. Statistical significance was assumed when p<0.05. RESULTS: the mean age was 17.8±1.12 years old. Most adolescents (66% started pregnancy with adequate weight, 29% had low weight

  14. Frequência à creche e estado nutricional de pré-escolares: uma revisão sistemática Day care centers attendance and preschool children's nutritional status: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra da Silva Pereira

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever e comparar estudos longitudinais que permitam inferir sobre a influência da creche no estado nutricional de crianças pré-escolares. FONTES DE DADOS: Revisão sistemática de trabalhos científicos publicados entre janeiro de 1990 e dezembro de 2008. Buscaram-se os estudos nas seguintes bases de dados: Lilacs, Scielo e PubMed. Realizou-se também pesquisa manual dos artigos referenciados. A busca ocorreu no período de março de 2008 a junho de 2009, e os descritores utilizados foram: "creche", "estado nutricional", "antropometria", "consumo alimentar", "anemia" e "alimentação escolar". SÍNTESE DOS DADOS: Na primeira etapa do estudo, obtiveram-se 78 artigos, mas somente sete puderam ser incluídos. Os outros 71 não apresentaram dados para contribuir com o objetivo específico deste estudo. Entre os artigos pesquisados na literatura, existem poucos que permitem inferir sobre a influência que a creche pode ter em relação ao estado nutricional de pré-escolares. Contudo, estudos longitudinais têm mostrado a relação causal entre a presença frequente da criança na creche e a melhoria do estado nutricional. CONCLUSÕES: Existe uma relação positiva entre a frequência da criança na creche e a melhoria do estado nutricional.OBJECTIVE: To describe and compare longitudinal studies on how daycare centers influence preschoolers' nutritional status. DATA SOURCE: Systematic review of scientific papers published from January 1990 to December 2008. Studies were retrieved from the following databases: Lilacs, Scielo and PubMed. Manual search of papers was carried out as well. The review occurred between March 2008 and June 2009, and the searched terms were: "child day care center", "nutritional status", "anthropometry", "food consumption", "anemia" and "food program". DATA SYNTHESIS: In the first stage 78 papers were obtained, but only seven of them could be used. The other 71 did not have data to contribute with the specific

  15. Assessing usual dietary intake in complex sample design surveys: the National Dietary Survey Evaluación del consumo alimentario usual en investigaciones con muestras complejas: pesquisa nacional de alimentación Avaliação do consumo alimentar usual em pesquisas com amostras complexas: Inquérito Nacional de Alimentação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Washington Leite Junger

    2013-02-01

    Full Text Available The National Cancer Institute (NCI method allows the distributions of usual intake of nutrients and foods to be estimated. This method can be used in complex surveys. However, the user must perform additional calculations, such as balanced repeated replication (BRR, in order to obtain standard errors and confidence intervals for the percentiles and mean from the distribution of usual intake. The objective is to highlight adaptations of the NCI method using data from the National Dietary Survey. The application of the NCI method was exemplified analyzing the total energy (kcal and fruit (g intake, comparing estimations of mean and standard deviation that were based on the complex design of the Brazilian survey with those assuming simple random sample. Although means point estimates were similar, estimates of standard error using the complex design increased by up to 60% compared to simple random sample. Thus, for valid estimates of food and energy intake for the population, all of the sampling characteristics of the surveys should be taken into account because when these characteristics are neglected, statistical analysis may produce underestimated standard errors that would compromise the results and the conclusions of the survey.El objetivo del estudio fue indicar una adaptación del método del Instituto Nacional del Cáncer (NCI, utilizándose datos de la pesquisa nacional de alimentación. Ese método estima la distribución del consumo usual de nutrientes y alimentos y puede ser aplicado en estudios con muestra compleja. Mientras, son necesarios cálculos adicionales, tales como la replicación repetida balanceada, a fin de obtener los errores estándar e intervalos de confianza para los percentiles y el promedio de la distribución de consumo usual. La aplicación de este método fue ejemplificado analizando el total de energía (Kcal y frutas (gr, comparando las estimaciones de los promedios y sus respectivos errores estándar obtenidos

  16. Consumo de micronutrientes e excesso de peso: existe relação? Micronutrient consumption and overweight: Is there a relationship?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luisa Marcucci Leão

    2012-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O incremento da obesidade nas últimas décadas se associa às mudanças nos modos de vida da população, incluindo amplas alterações dietéticas, sobretudo na ingestão de micronutrientes. OBJETIVO: Descrever o consumo de micronutrientes e revisar sua implicação no estado nutricional. MÉTODOS: Realizou-se levantamento bibliográfico contemplando artigos nacionais e internacionais, publicados nos últimos 11 anos, nas bases de dados SciELO, LILACS, Medline e sites de organizações governamentais, usando como descritores: "micronutrientes", "consumo alimentar", "excesso de peso" , "saúde" e "estado nutricional" e suas traduções em inglês. RESULTADOS: A deficiência no consumo de micronutrientes é um problema de saúde global, atingindo cerca de 2 bilhões de pessoas, e parece se associar com maior risco de doenças e agravos não transmissíveis, incluindo a obesidade. A insuficiente ingestão de vitamina A favorece o excesso de peso por alteração no metabolismo da tireóide, enquanto a vitamina C se relaciona à síntese de carnitina e oxidação da gordura; e a vitamina D favorece o controle da saciedade e do gasto energético. Quanto aos minerais, o cálcio auxilia a regulação da termogênese e lipogênese/lipólise; e o zinco está envolvido na regulação de insulina e leptina. CONCLUSÃO: A promoção de hábitos alimentares saudáveis por meio de práticas educativas se faz necessária para maior conscientização da população acerca das implicações do consumo de micronutrientes no estado nutricional, devendo compor as estratégias de Saúde Pública de controle da obesidade e suas complicações.INTRODUCTION: In past decades, the growth in obesity has been associated with changes in the lifestyle of the population, including comprehensive dietary changes, especially in the intake of micronutrients. OBJECTIVE: To describe micronutrient intake and review its consequences on nutritional status. METHODS: A

  17. Inclusão de fibra alimentar em pães isentos de glúten

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Luciane Ceccon Saueressig

    Full Text Available Resumo Foram desenvolvidas quatro formulações de pães, isentos de glúten e com a inclusão de fibra alimentar solúvel e insolúvel, avaliando suas propriedades físicas, composição química, aceitação e intenção de compra do consumidor. O padrão (1 teve a farinha de arroz, fécula de mandioca, ovo, leite em pó, óleo de girassol, sal, açúcar, fermento biológico seco e água como ingredientes. Nos demais, a fécula foi parcialmente substituída por inulina (2, farelo de arroz desengordurado e inulina (3, e farelo de arroz desengordurado (4. A cor do pão 2 diferiu apenas na casca, que ficou menos vermelha e amarela que o 1. A inclusão do farelo de arroz proporcionou coloração mais escura, vermelha e amarela à crosta e miolo dos pães 3 e 4. A perda de peso e rendimento variaram apenas em relação ao pão 2, que teve maior perda de peso e menor rendimento, provavelmente devido ao colapso da massa, que não foi capaz de manter a estrutura na fase de crescimento. O custo dos pães com inulina foi maior, pois este ingrediente é um reconhecido prebiótico, adquirido em estabelecimentos farmacêuticos; enquanto que o custo do pão apenas com farelo diminuiu, já que se trata de um subproduto industrial, obtido da extração do óleo de arroz. Na composição química, houve incremento nos teores de cinzas, proteínas e fibra alimentar, principalmente insolúvel, nos pães 3 e 4; enquanto que o pão 2 apresentou menor teor proteico e maior teor de fibra alimentar, principalmente solúvel. Nutricionalmente, admite-se incremento do valor nutricional em detrimento de carboidratos digeríveis e do valor calórico. Sensorialmente, os pães 3 e 4 tiveram menor aceitação nos atributos cor e sabor, mas não diferiram dos pães 1 e 2 nos atributos odor e textura, e na intenção de compra dos consumidores. Conclui-se que o consumo dos pães que tiveram substituição parcial da fécula é garantia de alimento com qualidade funcional

  18. Avaliação do estado nutricional de pacientes internados em um hospital universitário Evaluation of nutritional status of hospitalized patients from an university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Poliana Coelho Cabral

    1998-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o estado nutricional de pacientes internados no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, na faixa etária de 15 a 89 anos. A amostra escolhida ao acaso, foi composta por 154 indivíduos de ambos os sexos (74 homens e 80 mulheres. Durante o estudo foram coletados os dados antropométricos, os hábitos alimentares e as causas do internamento. As análises mostraram uma grande instabilidade nutricional, com elevadas prevalências tanto de baixo peso como de excesso de peso. Com relação aos hábitos alimentares foi observada pobreza e monotonia nos cardápios. Dos pacientes entrevistados, a maioria mencionou apenas seis tipos de alimentos comuns como sendo seus favoritos (arroz e feijão, carne bovina, galinha, macarrão e pão. Por outro lado, esse estudo também deixou claro a alta freqüência de tabus alimentares, o que pode limitar o consumo de vários nutrientes. Em termos de admissões ás clínicas médica e cirúrgica, a proporção para ambos o grupos foi muito similar.The purpose of this research was to evaluate the nutritional status of hospitalized patients, aged 15 to 89 years old, from the Hospital das Clínicas - Universidade Federal de Pernambuco - Brazil. The sample, chosen at random, consisted of 154 individuals of both sexes (74 males and 80 females. Anthropometric data, food habits and reasons for hospitalization were recorded during the assessment. The analysis showed a great nutritional instability, with high prevalences of underweight and overweight. Regarding food habits, it was observed a poor and monotonous menu, resulted from a lack of variety. Of the patients interviewed, the majority mentioned only six kinds of common foods as their favourites (rice and beans, beef, chicken, macaroni and bread. On the other hand, this study also made clear the high frequency of food taboos, which might limit the consumption of various nutrients. In terms of admissions to the

  19. Estamos vivendo uma epidemia de alergia alimentar?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane Pomiecinski

    2017-09-01

    Full Text Available A alergia alimentar é caracterizada por uma reação adversa à ingestão de alimentos, ou aditivos alimentares, mediada por mecanismos imunológicos(1. Os alimentos mais comumente envolvidos nesse processo são: leite de vaca, ovo, trigo, soja, frutos do mar, peixes, amendoim e castanhas. Mas tem ocorrido também por alimentos antes não identificados como causadores de alergias, como kiwi, gergelim, macaxeira (aipim, entre outros(2. Pressupõe-se que as reações alérgicas aos alimentos acometam cerca de 6 a 8% das crianças com menos de 3 anos de idade e 2 a 3% dos adultos, cuja sintomatologia tem se tornado mais grave e mais persistente(2. As crianças representam o segmento mais susceptível a essas manifestações. E, embora não haja dados oficiais sobre a incidência de alergia alimentar no Brasil, estudos observacionais e relatos dos pediatras gastroenterologistas afirmam se tratar de um problema nutricional em ascensão, que vem se tornando um problema de saúde pública em todo o mundo, causando impacto negativo na qualidade de vida da população. Vários motivos podem contribuir para esse aumento, principalmente os fatores genéticos e ambientais. Estima-se que o risco de alguém se tornar alérgico seja 60% definido pela genética e 40% definido pelo ambiente e hábitos de vida(1. Quanto à genética, geralmente o indivíduo com alergia alimentar nasce com uma predisposição para desenvolvê-la. Na presença de atopia familiar, é comum os pais ou irmãos apresentarem rinite, asma, dermatite atópica ou alergia alimentar(3,4. Dentre os fatores ambientais, destacam-se as alterações na microbiota intestinal (uso excessivo de antibióticos, medicamentos inibidores de ácido gástrico, aumento dos nascimentos por cesariana; exposição a alimentos processados, ultraprocessados e transgênicos; baixos índices de aleitamento materno e oferta tardia dos alimentos sólidos às crianças(5. Infere-se, no entanto, que os maiores

  20. A alimentação no contexto contemporâneo: consumo, ação política e sustentabilidade Food in the contemporary context: consumption, political action and sustainability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Portilho

    2011-01-01

    Full Text Available O campo interdisciplinar de reflexões sobre a alimentação como campo político passa por um processo de expansão e transbordamento para a esfera privada, cotidiana e rotineira do consumo alimentar. Tal processo parece ser reflexo de transformações nos mercados agroalimentares globais, da ampla percepção e publicização dos riscos alimentares e da politização do consumo. Uma vez que os indivíduos assumem responsabilidades sobre as consequências ambientais e sociais de suas escolhas cotidianas, a especificidade política da alimentação nas sociedades contemporâneas extrapola a esfera institucional (segurança alimentar e nutricional, desigualdades sociais no acesso à alimentação, políticas agrícolas e regulamentação da publicidade de alimentos para atingir a esfera privada. O artigo aborda alguns dos recentes debates sobre o processo de politização do consumo e faz uma reflexão teórica sobre as dimensões ética, política e ideológica que relacionam hábitos de consumo alimentar, incluindo locais e formas de aquisição e preparo dos alimentos, valores de preservação ambiental, solidariedade com pequenos produtores locais e precaução reflexiva ante os riscos alimentares. Aponta ainda uma agenda de pesquisa capaz de captar processos de politização da comida e práticas de consumo político no campo da alimentação.The interdisciplinary field of reflections on food as politics goes through a process of expansion and overflow to the private sphere, and routine daily food consumption. This process seems to be a reflection of transformations in the global agrifood markets, the wide publicity and awareness of food hazards and the politicization of consumption. To the extent that individuals are to assume responsibility for the environmental and social consequences of their everyday choices, the specificity of political power in contemporary societies goes beyond the institutional level (food security and nutrition

  1. Seguranca alimentar, renda e Programa Bolsa Familia: estudo de coorte em municipios do interior da Paraiba, Brasil, 2005-2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Sousa Cabral

    2014-02-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo avaliar o impacto do Programa Bolsa Família na superação da Insegurança Alimentar. Realizou-se um estudo de coorte em 2005 e 2011, em amostra de famílias residentes em São José dos Ramos e Nova Floresta, Paraíba, Brasil. Em 2005 foram avaliados 609 domicílios e em 2011 foram encontradas e entrevistadas 406 famílias. Houve aumento da segurança alimentar/insegurança alimentar leve e melhoria nos indicadores socioeconômicos. Percebeu-se uma relação significativa entre a elevação da renda e a melhoria dos níveis de Insegurança Alimentar. O programa impacta positivamente no aumento da renda, propiciando melhorias dos níveis de segurança alimentar/insegurança alimentar leve. Percebeu-se que outras variáveis socioeconômicas podem estar contribuindo na melhoria deste perfil. Diante disso, no combate à insegurança alimentar e nutricional, são necessárias outras políticas e programas que ajam nos demais determinantes.

  2. A soberania alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chonchol Jacques

    2005-01-01

    Full Text Available ESTE artigo enfoca os problemas da situação alimentar da humanidade desde a conjuntura dos anos de 1930 até o presente. O autor, historiando o problema da relação entre a agricultura e os fenômenos da subalimentação e da fome, apresenta as possíveis opções para um futuro imediato (2010, polêmica na qual toma partido por uma das hipóteses em voga, não sem antes refletir sobre a situação em diversas latitudes do mundo (África, Oriente Médio... e especificamente em Nossa América, região para a qual adverte que, dadas as mudanças na estrutura do mercado, se está produzindo uma forte tendência à concentração e internacionalização da produção, com o conseqüente desaparecimento da soberania alimentar.

  3. Situación nutricional en el curso de vida de la comunidad de ‘El Jicarito’ en Honduras

    OpenAIRE

    Hernández, A.; Di Iorio, A.B.

    2017-01-01

    Introducción: La información sobre la situación nutricional en Honduras de la década de los 60 y la encuesta de consumo de los 70, contribuyeron a la construcción de programas y políticas; son pocos los estudios realizados de actualización. Material y método: Compendio de seis proyectos entre 2013 – 2016 y primer estudio descriptivo transversal (n=455, ambos sexos) sobre la situación nutricional (consumo alimentario, actividad física, antropometría, indicadores clínicos) en el curso de vida e...

  4. Padrão dietético e estado nutricional de operários de uma empresa metalúrgica do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Castro Maria Beatriz Trindade de

    2004-01-01

    Full Text Available Descrevem-se o estado nutricional, o padrão de consumo alimentar, a ingestão energética (IE e a freqüência da atividade física de lazer de 65 operários (19 a 58 anos de idade do sexo masculino na perspectiva de construção de um sistema de vigilância (SISVAN numa empresa de metalurgia do Rio de Janeiro, Brasil. O IMC médio foi de 25,0kg/m² (44,6% tinham sobrepeso - SP, a IE, de 3.209,1kcal/dia com 17,8; 21,8 e 60,6% de proteínas, lipídios e glicídios, respectivamente. Os alimentos mais freqüentemente consumidos foram arroz, feijão, pão, café, açúcar, manteiga, suco, leite, refrigerante, bife e frango. O consumo de leguminosas, hortaliças, frutas, carnes e ovos ultrapassou o recomendado. Dos trabalhadores com SP, 79,0% apresentaram balanço energético (BE negativo. Os resultados mostraram um paradoxo a ser enfrentado pelo SISVAN: alta prevalência de SP, mas com BE negativo e com dieta com padrão qualitativo bem variado; e, ainda, prática de alguma atividade física de lazer por metade dos trabalhadores. Pode ser que esse aparente paradoxo seja causado por superestimativa dos requerimentos energéticos ou subestimativa da ingestão, fatores que não podem ser determinados na presente análise.

  5. Ingestão alimentar em estudos epidemiológicos Food intake in epidemiological studies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristine Souza Lopes

    2003-09-01

    Full Text Available A epidemiologia da nutrição dispõe de uma gama de metodologias para avaliar o estado nutricional. Entretanto, os métodos dietéticos são os únicos capazes de detectar a deficiência nutricional em seu estágio inicial, sendo por isso bastante utilizados em estudos epidemiológicos de associação entre exposições e eventos. Atualmente, o método dietético mais indicado para estudos epidemiológicos, principalmente aqueles envolvendo doenças crônico-degenerativas, tem sido o questionário semiquantitativo de freqüência alimentar (QSFA. Este instrumento, não diferente de outros, está sujeito à variabilidade e a erros de medida. Entretanto, estes podem ser identificados e tratados utilizando-se métodos como comparação de médias dietéticas, estudos de confiabilidade, de validação relativa e de calibração. Em estudo realizado em Bambuí-MG, o consumo de nutrientes foi avaliado por três diferentes métodos: QSFA e recordatórios 24 horas (R24 com e sem réplicas de alimentos, tendo suas médias comparadas e calibradas. As médias encontradas pelo QSFA foram consistentemente maiores do que as dos R24. No entanto, quando essas foram ajustadas pelo consumo calórico total não apresentaram diferenças importantes, exceto para fibras; zinco; vitaminas C; B6, e E; e colesterol. E as médias calibradas foram, em geral, menores do que as não calibradas, sendo estatisticamente significantes para ingestão de lipídeos; fibras; zinco; vitaminas C, E e A; ácidos graxos saturados, monoinsaturados e poliinsaturados; e colesterol.There are several approaches aiming to evaluate nutritional status available for epidemiological studies. Dietary methods are some of the most recommended because of their ability to detect nutritional deficiency in its initial stage. Currently, the Semiquantitative Food Frequency Questionnaire (SFFQ has been chosen as the best dietary method, especially when dealing with chronic degenerative diseases. This

  6. Estado nutricional e qualidade de vida da mulher climatérica Nutritional status and quality of life of climacteric women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carin Weirich Gallon

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Associar a qualidade de vida com o estado nutricional da mulher climatérica. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal, no qual foi incluída uma amostra com 200 mulheres climatéricas, de 40 a 65 anos, que responderam a um Recordatório Alimentar de 24 horas e questões sobre fatores socioeconômicos, história clínica atual, pregressa e familiar. Para a avaliação antropométrica, foram utilizados índice de massa corpórea (IMC, circunferência da cintura (CC e relação cintura/quadril. Para avaliação da qualidade de vida, foi aplicado o MRS-menopause rating scale. RESULTADOS: A média do IMC e da CC foi de 30,1 kg/m² (obesidade grau 1 e 99 cm (risco muito aumentado para doença cardiovascular, respectivamente. Constatou-se consumo aumentado de proteínas e diminuído de fibras, cálcio e vitamina D. A comorbidade mais prevalente foi a hipertensão arterial, 48,5% faziam uso de medicação para doenças cardiovasculares e 23%, de medicações antidepressivas. Quanto à qualidade de vida, foram encontrados resultados significativos relacionados ao IMC, como também à pressão arterial. CONCLUSÕES: Uma intervenção nutricional visando corrigir ou melhorar o consumo alimentar e o perfil antropométrico poderá resultar em benefícios relativos à saúde da mulher climatérica. A prevalência de obesidade, associada com pior qualidade de vida e morbimortalidade, reforça a necessidade de existir um programa de reeducação alimentar no climatério.PURPOSE: To associate the quality of life with the nutritional status of climacteric women. METHODS: This was a cross-sectional study on a sample of 200 climacteric women aged 40 to 65 years who responded to a 24-hour food recall and to questions about socioeconomic factors and current, previous and family medical history. Body mass index (BMI, waist circumference (WC and waist-hip ratio were used for anthropometric evaluation. To assess the quality of life, we applied the MRS

  7. Vegetarianismo e comportamento alimentar : comportamentos alimentares disfuncionais e hábitos alimentares em dietas vegetarianas

    OpenAIRE

    Rola, Catarina, 1988-

    2016-01-01

    Tese de mestrado, Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar, Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2016 As escolhas alimentares exercem uma influência significativa na génese, manutenção e agravamento do quadro clínico do paciente. Quando corretamente planeadas, as dietas apoiadas no vegetarianismo são nutricionalmente equilibradas. Contudo, dada a legitimidade da restrição alimentar que lhe é característica, a comunidade científica levanta a hipótese de esta mascarar comporta...

  8. Consumo responsable

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Educadores por la sostenibilidad

    2007-01-01

    Full Text Available Hablar de consumo moderado es plantear el problema del hiperconsumo de las sociedades “desarrolladas” y de los grupos poderosos de cualquier sociedad, que sigue creciendo como si las capacidades de la Tierra fueran infinitas. Baste señalar que los 20 países más ricosdel mundo han consumido en este siglo más naturaleza, es decir, más materia prima y recursos energéticos no renovables, que toda la humanidad a lo largo de su historia y prehistoria

  9. VALOR NUTRICIONAL, CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E FÍSICO-QUÍMICA DE JENIPAPO (GENIPA AMERICANA L. DO CERRADO DE MINAS GERAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Rossi HAMACEK

    2013-01-01

    Full Text Available O presente estudo analisou o valor nutricional e realizou a caracterização física e físico-química de jenipapo, espécie frutífera encontrada no Cerrado de Minas Gerais. Os frutos foram selecionados e caracterizados fisicamente quanto ao comprimento, diâmetro, massa e rendimento. Foram investigados os conteúdos de acidez total titulável (ATT, sólidos solúveis totais (SST, relação SST/ ATT, pH, umidade, cinzas, proteínas, lipídios, fibra alimentar total (FAT, carboidratos na polpa in natura. Utilizou- -se o delineamento inteiramente casualizado, com três repetições. Os frutos apresentaram formato oval, com casca fina, rugosa e murcha, polpa marrom clara com sementes pardas, peso médio de 283,42 g e rendimento de polpa de 48,00%. A polpa do fruto apresentou ATT igual a 3,33 g ácido cítrico/100g, SST de 11,40 0 Brix, relação SST/ATT de 3,43, pH igual a 3,87, umidade de 80,42%, 1,59g/100g de proteínas, 1,60g/100g de lipídios, 0,74g/100g de cinzas, 1,09g/100g de FAT, 14,57g/100g de carboidratos e valor energético total de 76,92kcal/100g. A polpa apresentou teor reduzido de SST e elevado conteúdo de ATT e pH, o que pode contribuir para uma menor aceitação do seu consumo in natura. O percentual de umidade foi elevado e juntamente com sua casca frágil, pode contribuir na deterioração do fruto. O jenipapo não se destacou quanto ao valor nutricional, considerando sua composição em macronutrientes. No entanto, apesar de pouco apreciado em sua forma in natura, o jenipapo pode ser processado, consumido e comercializado contribuindo para o aumento de renda e para o aporte nutricional das populações nativas.

  10. Determinação da exigência nutricional de treonina para poedeiras leves e semipesadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valerio Sandra Roselí

    2000-01-01

    Full Text Available Desenvolveu-se este experimento com o objetivo de determinar a exigência nutricional de treonina para poedeiras leves e semipesadas no período de 21 a 36 semanas. Foram utilizadas 576 aves, 288 poedeiras leves e 288 semipesadas, durante quatro períodos experimentais de 28 dias cada. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 6 x 2 (níveis x marcas, com seis repetições e oito aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram em uma ração basal contendo 14,2% de proteína bruta, suplementada com cinco níveis de L-treonina (0,025; 0,050; 0,075; 0,100; e 0,125%, resultando em um total de 0,510; 0,535; 0,560; 0,585; 0,610; e 0,635% de treonina. O desempenho produtivo e a qualidade interna dos ovos foram avaliados. Consumo de ração, produção de ovos massa de ovos e o ganho de peso foram superiores para as poedeiras semipesadas. A produção e qualidade interna dos ovos, a conversão alimentar e o ganho de peso não foram influenciados pelos níveis de treonina utilizados. O nível de 0,510% de treonina, que corresponde a 515 mg/ave/dia (0,423% de treonina digestível e 535 mg/ave/dia (0,440% de treonina digestível, foi suficiente para atender, satisfatoriamente, o desempenho e a qualidade interna dos ovos das poedeiras leves e semipesadas, respectivamente, para as características avaliadas.

  11. Prática alimentar entre crianças menores de dois anos de idade residentes em municípios do semiárido do Estado da Paraíba, Brasil Feeding practice among children under 24 months in the semi-arid area of Paraíba, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Poliana de Araújo Palmeira

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a prática alimentar de crianças menores de dois anos de idade residentes em municípios do interior do Estado da Paraíba. MÉTODOS: Estudo secional realizado nos 14 municípios mais carentes do Estado da Paraíba. Foram pesquisados 539 domicílios com pelo menos uma criança com idade entre 0 e 23,9 meses. Aplicou-se às mães recordatório 24 horas sobre alimentação das crianças. O modelo de análise considerou três momentos do crescimento e desenvolvimento da criança, identificando as recomendações de consumo alimentar pertinentes. RESULTADOS: Crianças de 0-5,9 meses: destacou-se um importante percentual de desmame (20,7% e a reduzida prevalência do aleitamento materno exclusivo (30,5%. Crianças de 6-11,9 meses: 45,2% ainda mamavam, porém apenas 21,7% das crianças entre 6 e 9,9 meses apresentaram uma alimentação complementar oportuna. Crianças entre 12-23,9 meses: a prática alimentar das crianças caracterizou-se essencialmente pelo consumo de leite não materno e pelo consumo insuficiente de alimentos fontes de ferro. CONCLUSÃO: O hábito alimentar distancia-se de uma prática alimentar segura, especialmente pela interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo e sua consequente substituição por refeições à base de leite não materno, expondo esse grupo a situações de insegurança alimentar e nutricional.OBJECTIVE: Examine the feeding practices among children under 24 months in the State of Paraíba, Brazil. METHODS: A cross-sectional study conducted in 14 municipalities identified as the poorest of the state; 539 households composed of at least one child between the ages of 0 and 23.9 months were investigated. A 24-hour recall was conducted with the mothers regarding food consumed by their children. The analytic model took into account established recommendations for appropriate child feeding practices for three age groups: 0-5.9 months; 6-12 months; 12-24 months. RESULTS: Children between

  12. Estado nutricional y hábitos alimentarios en personas parapléjicas

    OpenAIRE

    Viejo, María Paula

    2011-01-01

    El presente estudio tiene como objetivo evaluar el Estado Nutricional y la ingesta dietética de las personas con paraplejía, que concurren círculo deportivo de la ciudad de Mar del Plata; determinar el Estado Nutricional, a través de indicadores antropométricos, como la talla, peso y el IMC en personas parapléjicas y evaluar Frecuencia de consumo de alimentos. A partir de esto, se realiza la evaluación correspondiente a 60 personas que concurren al Círculo Deportivo de Lisiados...

  13. Surto de compactação primária de abomaso em bovinos leiteiros associado ao consumo de silagem de girassol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo P. Mesquita

    2012-06-01

    Full Text Available Um surto de compactação primária de abomaso associada ao consumo de silagem de girassol ocorreu num rebanho bovino leiteiro do estado de Minas Gerais, do qual seis de 21 vacas secas em fase final de gestação e que recebiam silagem de girassol morreram. Os bovinos que adoeceram apresentaram distensão abdominal, fezes ressecadas e escassas e, nos bovinos que morreram, eram pastosas, escuras e fétidas; nesses havia também desidratação acentuada e palidez de mucosas. Três bovinos foram necropsiados e os achados patológicos eram constituídos principalmente por distensão acentuada do abomaso associada a grande quantidade de conteúdo alimentar ressecado coberto por coágulos de sangue. No abomaso havia úlceras, com perfuração da parede em um dos bovinos. A alimentação de bovinos de maior exigência nutricional com silagem de girassol de características indesejáveis como única fonte de volumoso foi o principal fator para a compactação de abomaso nos casos apresentados.

  14. Nutritional status in the oldest elderly and associated factors Estado nutricional de idosos longevos e fatores associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Caroline Boscatto

    2013-02-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To verify factors associated with nutritional status in an oldest elderly communitydwelling population in Southern Brazil. METHODS: This cross-sectional epidemiological and household-based study involved all subjects (n = 134 aged > 80 years who were living in Antônio Carlos (Santa Catarina state, Brazil. Nutritional status was assessed by body mass index (BMI 27.0 kg/m2, overweight. Explanatory variables in the study were: gender (women/ men, literacy (knows how to write and read - yes/no, living conditions (lives alone/with company, cognitive function (normal/altered, eating difficulty (yes/no, medication use (none to two/three or more, morbidity (none to two/three or more diseases, alimentary pattern (adequate/inadequate, alcohol consumption (none to one day a week, two or more days a week, cigarette smoking (never/current or former smoker, physical activity level ( 150 min/week, and sitting time ( 4 hours but 6 hours/day. RESULTS: Prevalence of underweight was 27.3% in men and 12.8% in women (p OBJETIVO: Verificar os fatores associados ao estado nutricional de uma população de idosos longevos vivendo em comunidade no sul do Brasil. MÉTODOS: Este estudo epidemiológico, transversal, de base domiciliar, envolveu todos os idosos (n = 134, com idade > 80 anos, residentes no município de Antônio Carlos (Santa Catarina. O estado nutricional foi verificado por meio do índice de massa corporal: (IMC 27,0, excesso de peso. As variáveis exploratórias do estudo foram: sexo, saber ler e escrever (sim/não; arranjo familiar (mora só/acompanhado; função cognitiva (normal/alterada; dificuldade para comer (sim/não; uso de medicamentos (0-2/3 ou mais; morbidades (0-2/ 3 ou mais, padrão alimentar (adequado/não adequado; consumo de bebidas alcoólicas (0-1 dia/sem. ou 2 ou mais dias/sem; tabagismo (nunca/fumante ou ex-fumante; nível de atividade física ( 150 min./sem.; tempo sentado ( 4 horas mas 6 horas/dia. RESULTADOS: A preval

  15. Mudanças na composição e adequação nutricional da dieta familiar nas áreas metropolitanas do Brasil (1988-1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Carlos Augusto

    2000-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Atualizar a tendência secular (1962-1988 da composição e da adequação nutricional da dieta familiar praticada nas áreas metropolitanas do Brasil, com base em nova pesquisa sobre orçamentos familiares realizada em meados da década de 90. MÉTODOS: Utilizaram-se como fontes de dados as pesquisas sobre orçamentos familiares (POF da Fundação IBGE, realizadas entre março de 1987 e fevereiro de 1988 (13.611 domicílios e entre outubro de 1995 e setembro de 1996 (16.014 domicílios, tendo ambas como universo de estudo as áreas metropolitanas do Brasil. Nas duas pesquisas chegou-se à disponibilidade domiciliar diária per capita de alimentos, dividindo-se o total de alimentos adquiridos no mês pelo número de pessoas residentes no domicílio e pelo número de dias do mês. O padrão alimentar foi caracterizado com base na participação relativa de grupos selecionados de alimentos e de nutrientes na disponibilidade calórica total. A comparação entre as duas pesquisas levou em conta o conjunto das áreas metropolitanas do País e estratos dessas áreas correspondentes às regiões menos desenvolvidas (Norte e Nordeste e mais desenvolvidas (Centro-Oeste, Sudeste e Sul. RESULTADOS: Observou-se intensificação do consumo relativo de carnes, de leites e de seus derivados (exceto manteiga em todas as áreas metropolitanas, enquanto o consumo de ovos passou a declinar, sobretudo no Centro-Sul do País. Leguminosas, raízes e tubérculos prosseguiram sua trajetória descendente, mas cereais e derivados tenderam a se estabilizar no Centro-Sul ou mesmo a se elevar ligeiramente no Norte-Nordeste. A participação relativa de açúcar refinado e refrigerantes cresceu em todas as áreas, sendo que a participação de óleos e gorduras vegetais manteve-se constante no Norte-Nordeste e declinou intensamente no Centro-Sul. CONCLUSÕES: A tendência ascendente da participação relativa de lipídios na dieta do Norte e do Nordeste, o aumento

  16. Consumo de frutas e hortaliças por adultos em Ribeirão Preto, SP Consumo de frutas y hortalizas por adultos en Ribeirao Preto, Sureste de Brasil Fruit and vegetable intake by adults in Ribeirão Preto, Southeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lenise Mondini

    2010-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo de frutas e hortaliças por adultos e identificar variáveis sociodemográficas e de estilo de vida associadas ao consumo desses alimentos. MÉTODOS: Estudo transversal, de base populacional, realizado na área urbana de Ribeirão Preto, SP, em 2006, com amostra selecionada por conglomerados, em três estágios, tendo como unidade primária o setor censitário. A amostra foi composta por 930 participantes com 30 anos e mais; na análise de dados levou-se em consideração o efeito de desenho. O consumo de frutas e hortaliças baseou-se em questionário de freqüência semiquantitativo, utilizando-se como indicadores os escores médios de freqüência de consumo de frutas e hortaliças, consumo diário e consumo mínimo desses alimentos. As variáveis independentes analisadas foram: faixa etária, estado marital, escolaridade, renda familiar per capita, estado nutricional, tabagismo e atividade física. Médias dos escores de freqüência de consumo foram estimadas por pontos e por intervalos com 95% de confiança. Para o estudo de associação, razões de prevalências foram estimadas por pontos e por intervalos com 95% de confiança, utilizando-se regressão de Poisson. Testes de tendência linear foram aplicados, adotando-se nível de significância de 5%. RESULTADOS: Apenas 24% dos homens e 38% das mulheres atenderam à recomendação mínima do consumo de frutas e hortaliças; observou-se associação positiva com a idade e renda per capita. Mulheres com maior escolaridade e homens que viviam com a companheira consumiam mais frutas e hortaliças que os demais. Atividade física, tabagismo e estado nutricional não apresentaram associação com o consumo mínimo recomendado de frutas e hortaliças. CONCLUSÕES: Fatores socioeconômicos têm importante influência sobre o consumo de frutas e hortaliças e, por serem passíveis de intervenção, podem contribuir para a adoção de hábitos alimentares saud

  17. Avaliação do consumo alimentar residual em touros jovens da raça Nelore Mocho em prova de desempenho animal - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i4.6464 Evaluation of residual feed intake in young bulls of the Polled Nellore breed in a performance test - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i4.6464

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivone Yurika Mizubuti

    2009-03-01

    Full Text Available Este trabalho avaliou as características: idade, peso, ganho de peso diário (GPD, ingestão de matéria seca (IMS, conversão alimentar (CA, eficiência alimentar (EA e consumo alimentar residual (CAR de tourinhos da raça Nelore Mocho em prova de desempenho animal (PDA. Foram utilizados 30 animais, inteiros, com idade inicial de 243,6±30,4 dias. Alimentos e sobras individuais foram quantificados diariamente. A classificação baseou-se no índice de prova de desempenho animal (IPDA. Para CAR não houve diferença (p > 0,05 entre a média dos grupos. As variáveis peso e GPD não foram correlacionadas com CAR. Houve alta correlação entre CAR e CA. EA e CA apresentaram correlação com CAR. O IPDA apresentou alta correlação com a IMS (r = 0,75. Comparado o CAR médio entre os tourinhos, observou-se que animais menos eficientes apresentaram IMS 27,7% superior aos animais mais eficientes. A variável IPDA não identificou os mais eficientes na utilização de alimentos, pois houve baixas correlações com CA, EA e CAR. Pode-se concluir que a seleção de tourinhos pelo IPDA elege os que ganham mais peso, porém estes apresentam maior IMS. É possível aprimorar a metodologia de seleção com a inclusão do CAR.This study evaluated the characteristics: age, weight, daily weight gain (DWG, dry matter intake (DMI, feed conversion (FC, feed efficiency (FE and residual feed intake (RFI of young bulls of the Polled Nellore breed in a performance test. Thirty bulls, with initial age of 243.6±30.4 days were used. Dry Matter Intake (DMI was quantified daily for each animal. The animals were classified by the performance test index (PTI. RFI did not show differences (p > 0.05 among the averages of the groups. The variables weight and DWG were not correlated with RFI. There was high correlation between RFI and FC. FE and FC showed correlation with RFI. The PTI showed high correlation with DMI (r = 0.75. When comparing mean RFI among the bulls, it was

  18. Terapia nutricional no diabetes gestacional

    OpenAIRE

    Padilha,Patricia de Carvalho; Sena,Ana Beatriz; Nogueira,Jamile Lima; Araújo,Roberta Pimenta da Silva; Alves,Priscila Dutra; Accioly,Elizabeth; Saunders,Cláudia

    2010-01-01

    Trata-se de uma revisão da literatura científica sobre a terapia nutricional no Diabetes Mellitus Gestacional, sem restrição de data e com fontes primárias indexadas nas bases de dados SciELO, PubMed, Medline. Os resultados desta revisão apontam a intervenção nutricional como uma importante aliada no controle do Diabetes Mellitus Gestacional, trazendo potenciais benefícios à saúde materno-fetal. Na avaliação do estado nutricional materno devem ser empregados os indicadores antropométricos, di...

  19. Cuidados alimentares e nutricionais em perturbações do espetro do autismo

    OpenAIRE

    Almeida, Ângela Maria Magalhães

    2015-01-01

    Trabalho Complementar apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de licenciada em Ciências da Nutrição As Perturbações do Espetro do Autismo (PEA) compreendem uma série de distúrbios do desenvolvimento neurológico, sendo que uma adequada intervenção alimentar ou nutricional pode contribuir para minimizar alguns dos comportamentos associados à doença. Com este trabalho, pretendeu-se realizar uma breve revisão da literatura sobre quais os cuida...

  20. Estado Nutricional del Yodo.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hernando Vargas Uricoechea

    2015-06-01

    Full Text Available INTRODUCCIÓN: Los Desórdenes por Deficiencia de Yodo son un problema serio de salud pública, con cerca de 2 mil millones de personas a riesgo de padecerlos, pudiendo causar bocio neonatal, cretinismo, retardo mental, hipotiroidismo, entre otros. Estos desórdenes son aún prevalentes, y en algunos casos los esfuerzos para su erradicación se han traducido en aumento del riesgo de exceso poblacional de yodo y autoinmunidad tiroidea. En Colombia, se desconoce el estado real de yodo en la población. OBJETIVOS: Determinar la mediana de la yoduría en población escolar, y de los hábitos del consumo de sal, función y parámetros de autoinmunidad tiroidea, y cociente intelectual. MATERIALES Y MÉTODOS: Estudio basado en la comunidad, de corte transversal. Se evaluaron las variables sociodemográficas, la frecuencia de bocio y los niveles de TSH, anti-TPO, anti-Tg, anti-TSHR, yoduria, test de factor G de Cattell, y hábitos del consumo de sal. RESULTADOS: El consumo de sal promedio persona/día fue de 18,13 g. El 37,9% presentó bocio. 36,1% tenían un valor límite en el cociente intelectual. La mediana de yoduria fue de 510,3 μg/L. El 42,75% tuvo anti-TPO positivos, y el 2,87% anti-Tg positivos. El 10% presentó niveles de TSH elevados. CONCLUSIÓN: En escolares de zona urbana, hay un exceso en la mediana de yoduria, pudiendo explicarse por el alto consumo de sal. La alta prevalencia de autoinmunidad tiroidea y bocio, junto al alto nivel de la TSH, puede ser consecuencia del exceso en la ingesta de sal y de otros factores medioambientales/ hereditarios.

  1. Contribución de la merienda al patrón alimentario de escolares con exceso de peso y estado nutricional normal, en Cartago, Costa Rica

    OpenAIRE

    López, Marianela Ibarra; Llobet León, Laia; Fernández Rojas, Xinia

    2012-01-01

    Con el fin de identificar el aporte nutricional de las meriendas al patrón alimentario de los escolares con estado nutricional normal y con exceso de peso, se estudiaron 80 escolares (40 casos con sobrepeso/obesidad y 40 controles con estado nutricional normal) costarricenses de primer a tercer grado. Se tomó peso, talla y pliegue tricipital para la valoración antropométrica y se utilizó un registro dietético de tres días para la información de consumo. Las meriendas fueron analizadas de acue...

  2. Alimentação complementar e estado nutricional de crianças menores de dois anos atendidas no Programa Saúde da Família em Acrelândia, Acre, Amazônia Ocidental Brasileira Complementary feeding and nutritional status of 6-24-month-old children in Acrelândia, Acre State, Western Brazilian Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Tarricone Garcia

    2011-02-01

    Full Text Available Com objetivo de investigar o estado nutricional e alimentação complementar em crianças de 6 a 24 meses, residentes na Amazônia Ocidental Brasileira, um estudo transversal foi realizado na área urbana do Município de Acrelândia, Estado do Acre, com 164 crianças. As prevalências de déficit de estatura/idade e anemia foram de 12% e 40%, respectivamente, e de deficiência de ferro isolada, de 85%. Os níveis séricos das vitaminas A e B12 estavam baixos em 15% e 12% das crianças, respectivamente. Houve baixo consumo alimentar dos seguintes nutrientes (% de crianças abaixo das recomendações: ácido fólico (33%, vitamina C (40%, vitamina A (42%, zinco (46% e ferro (71%. A biodisponibilidade de ferro da dieta foi de 8%. Observou-se baixo consumo de frutas, hortaliças e carnes, com consumo excessivo de leite de vaca e mingau.Our objective was to investigate nutritional status and complementary feeding practices in children from 6 to 24 months of age living in the Western Brazilian Amazon. A cross-sectional study was conducted within an urban area of Acrelândia, Acre State. A total of 164 children were studied. Prevalence rates for stunting and anemia were 12% and 40%, respectively, and overall prevalence of iron deficiency was 85%. Vitamin A and B12 serum levels were below normal thresholds in 15% and 12% of children, respectively. Low intake was observed for the following nutrients (% of children: folic acid (33%, vitamin C (40%, vitamin A (42%, zinc (46%, and iron (71%. Iron bioavailability in the diet was approximately 8%. Very low dietary intakes of fruits, vegetables, and meats were observed, in contrast with excessive consumption of cow's milk and porridge.

  3. Agregação familiar e padrões alimentares na população brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábia Albernaz Massarani

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Identificou-se padrões alimentares consumidos no Brasil e a agregação entre pai, mãe e filhos, utilizando o Inquérito Nacional de Alimentação, realizado em 2008/2009 em indivíduos acima de dez anos de idade. O consumo alimentar foi estimado pelo registro alimentar. Os padrões foram identificados por meio de análise fatorial e a agregação familiar dos mesmos foi verificada por regressão linear. Três principais padrões alimentares foram identificados: “lanche tradicional” (1: café, pães, óleos e gorduras, e queijos; “grande refeição tradicional” (2: arroz, feijão e outras leguminosas, e carnes; e “lanches do tipo fast food” (3: sanduíches, carnes processadas, refrigerantes, salgados e pizzas. As maiores associações ocorreram no padrão 2 (β = 0,37 a 0,64. Nos padrões 1 e 3 também foram encontradas associações positivas envolvendo todos os pares, com β variando de 0,27 a 0,44 e de 0,32 a 0,42, respectivamente. O presente estudo evidenciou agregação familiar de padrões de consumo alimentar na população brasileira.

  4. Educação popular, saúde e segurança alimentar em áreas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

    OpenAIRE

    Bianca RÜCKERT; Marília Carla de Mello GAIA

    2014-01-01

    Este artigo analisa o desenvolvimento de uma ação educativa em segurança alimentar e nutricional envolvendo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, na região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. A partir do registro da experiência, enfatizou-se a metodologia da ação, os saberes mobilizados e as mudanças nas práticas de saúde, segurança alimentar e produção agropecuária dos sujeitos envolvidos. As reflexões apontam para alguns elementos da metodologia que contribuíram para o ...

  5. Análise dos fatores que influenciam o consumo de água mineral

    OpenAIRE

    Pitaluga, Christiane Marques

    2006-01-01

    A água mineral foi o produto que mais apresentou crescimento em consumo entre as famílias brasileiras nos últimos trinta anos, ultrapassando 0,320 litros per capita/ano em 1974/1975 e alcançando a marca de 18,541 litros em 2002/2003. Dentre os produtos de maior consumo alimentar, somente o leite fica à frente da água mineral. No ambito mundial, o consumo de água envasada continuará crescendo nos próximos anos, passando de um volume de 155 bilhões de litros em 2003 para 206 bilhões em 2008, se...

  6. Avaliação de um programa para promoção de hábitos alimentares saudáveis em escolares de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil Evaluation of a program to promote healthy eating habits among schoolchildren in the city of Florianópolis, State of Santa Catarina, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristine Garcia Gabriel

    2008-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar os resultados de um programa de intervenção nutricional visando à promoção de hábitos alimentares saudáveis em escolares do ensino fundamental. MÉTODOS: estudo de intervenção não controlado desenvolvido com 162 escolares de terceira e quarta séries de duas instituições de ensino (pública e privada, em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. O programa de educação nutricional de curta duração foi distribuído em sete encontros. Aplicou-se um questionário de consumo alimentar e aferiu-se peso e estatura antes e um mês após o término da intervenção. RESULTADOS embora não tenham sido detectadas mudanças no perfil nutricional dos escolares, percebeu-se na escola privada redução significativa nos percentuais de bolachas recheadas trazidas de casa pelos meninos e na escola pública aumentou significativamente o consumo da merenda escolar e aceitação por frutas. CONCLUSÕES: após a intervenção, verificou-se aumento da freqüência de algumas atitudes e práticas alimentares mais saudáveis. O tempo entre a conclusão do programa e a realização do segundo exame antropométrico pode não ter sido suficiente para provocar mudanças no índice de massa corporal. Essa experiência pode ser aplicada em outras instituições e, para sua maior efetividade, deve contar com a participação da comunidade escolar (especialmente pais e professores.OBJECTIVES: to describe the results of a nutrition intervention program aiming to promote healthy eating habits among schoolchildren. METHODS: an uncontrolled intervention study was conducted covering 162 schoolchildren from the 3rd and 4th grades of two educational institutions (public and private in the city of Florianópolis, Santa Catarina, Brazil. A short-term nutritional education program was run over the course of seven weekly meetings. An eating habits questionnaire was applied. Weight and height data were taken before and one month after the intervention

  7. Terapia nutricional na anorexia e bulimia nervosas Nutritional therapy in anorexia and bulimia nervosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marle Alvarenga

    2002-12-01

    Full Text Available A alimentação e a dieta têm um importante papel no desenvolvimento e manutenção dos transtornos alimentares. Portanto, devem ser levados em consideração nos programas de tratamento dessas condições clínicas. Pacientes com transtornos alimentares apresentam importantes restrições dietéticas, padrões alimentares inadequados e hábitos errôneos devido a uma série de falsos mitos e crenças e a uma sensação de incompetência para lidar com o alimento. Tais alterações podem levar a mudanças em seu estado nutricional, que necessita de cuidados dietéticos específicos, como reabilitação nutricional e orientação sobre dieta adequada. Além disto, o aconselhamento nutricional é necessário para esclarecer e desmistificar crenças inadequadas e para estabelecer uma adequada relação com o alimento.Food and diet have an important role in the development and maintenance of eating disorders. Thus, they should be properly addressed in the treatment program for such disorders. Patients with eating disorders present dietary restrictions, unhealthy eating patterns, modified nutritional patterns, and unhealthy eating behaviors due to false myths and beliefs, and to a feeling of incompetence in dealing with food. Dietary restrictions, as well as the unhealthy eating patterns carried out by these patients may lead to changes in the nutritional status that require specific dietetic care in order to be corrected. Nutrition rehabilitation is required to restore the dietetic pattern, teaching the meaning of a normal and balanced diet. Furthermore, this unhealthy eating behavior requires nutritional counseling, aiming at clarifying doubts and demystifying wrong beliefs, discussing and readjusting patients´ relationship with food.

  8. Perfil dietético, estado nutricional e prevalência de obesidade centralizada em praticantes de futebol recreativo Perfil dietético, estado nutricional y prevalencia de obesidad centralizada en practicantes de fútbol recreativo Dietetic profile, nutritional status and prevalence of central obesity in recreative soccer practitioners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Meireles de Pontes

    2006-08-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi avaliar o perfil dietético, estado nutricional e a prevalência de obesidade centralizada (OC em praticantes de futebol recreativo. MÉTODOS: Amostra: 40 indivíduos (38,6 ± 7,4 anos do gênero masculino. Para a avaliação do consumo habitual (CH, foi utilizado um questionário quantitativo de freqüência alimentar. O estado nutricional foi avaliado por meio do índice de massa corporal (IMC. A OC foi definida como circunferência abdominal (CIRCAB superior a 102cm. RESULTADOS: Predomínio de indivíduos da classe social "B" (80,0%, brancos (67,5%, casados (62,5% e funcionários públicos (52,5%. As médias mostraram: massa corporal de 77,2 ± 11,8kg, estatura de 1,71 ± 0,1m, IMC de 26,4 ± 3,1kg/m², CIRCAB de 92,3 ± 8,8cm, CH de 2.623,2 ± 438,5kcal. As proporções de nutrientes foram de 48,2 ± 5,7% de carboidratos, 17,6 ± 2,4% de proteínas, 34,9 ± 4,2% de lipídeos totais, 568,2 ± 112,7mg de colesterol e 20,2 ± 6,1g de fibras dietéticas. No estado nutricional, 35,0% são eutróficos, 52,5% apresentam sobrepeso e 12,5% são obesos. Em relação ao padrão de obesidade, 12,5% apresentam gordura centralizada. Entre as correlações observou-se forte associação entre CIRCAB x IMC (r = 0,91 e CIRCAB x massa corporal (r = 0,88. CONCLUSÃO: Os futebolistas devem ser orientados sobre a importância da adequação nutricional para melhora da qualidade da vida e do desempenho esportivo, fato relacionado com as proporções de nutrientes encontrados, que evidenciaram reduzida ingestão de carboidratos e alta ingestão de proteínas e colesterol dietético. O estado nutricional mostrou valores prevalentes de sobrepeso e obesidade. A OC mostrou-se evidente, fato preocupante devido à associação desse padrão de obesidade com várias doenças crônicas não-transmissíveis.El objetivo de este estudio ha sido el de evaluar el perfil dietético, estado nutricional y la prevalencia de la obesidad centralizada (OC en

  9. Consumo de alcohol alcoholismo

    OpenAIRE

    Rodríguez Páez, Pablo E.; Fundación Valle de Lili

    1999-01-01

    ¿Qué es el alcohol?/¿Cómo actual el alcohol en el organismo?/¿Qué efectos causa?/Efectos por el consumo crónico/¿El consumo de alcohol durante el embarazo afecta el embrión?/¿Qué otras consecuencias tiene el consumo de alcohol?/¿Cuándo se considera que una persona tiene problemas con su consumo de alcohol?/¿Cuándo se debe sospechar que alguien tiene problemas con el consumo de alcohol?/Características del saber beber adecuadamente?/¿Cuales son las alternativas de tratamiento para este problem...

  10. Botulismo de origem alimentar Foodbourne botulism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natacha Deboni Cereser

    2008-02-01

    Full Text Available O botulismo alimentar ocorre pela ingestão de toxinas pré-formadas pelo Clostridium botulinum, consideradas as mais potentes dentre as toxinas conhecidas. Caracteriza-se como uma doença de extrema gravidade, de evolução aguda, provoca distúrbios digestivos e neurológicos, em conseqüência à ingestão de diversos tipos de alimentos. As conservas caseiras estão entre os alimentos que oferecem maior risco à população consumidora. Os produtos de origem animal são frequentemente associados aos surtos da doença, destacando-se os embutidos, tais como salsichas, salames, presuntos e patês. Derivados do leite e enlatados, bem como produtos fermentados, são passíveis de provocar a intoxicação. As outras formas naturais da doença são botulismo por feridas e botulismo infantil, normalmente associado ao consumo de mel contendo esporos do Clostridium botulinum.Foodbourne botulism occurs after ingestion of preformed toxins produced by the Clostridium botulinum, which has been considered one of the most potent known one. The disease, acquired after ingestion of various kinds of foods, has acute character, and provokes gastrointestinal and neurologic symptoms. Homemade canned foods are those that represent higher risk to human health. Processed meat products are frequently associated with botulism outbreaks, mainly sausages, ham and pates. Dairy and canned food, as well as fermented foods, also may be related with this disease. Still, botulism may be caused by toxin production in deep wound, named wound botulism; and after ingestion of honey contaminated with spores by infants, named infant botulism.

  11. Transición nutricional, bienestar y salud: el caso de una ciudad industrial, Alcoy (1852-1928)

    OpenAIRE

    García Gómez, José Joaquín; Trescastro López, Eva María

    2017-01-01

    El término transición nutricional describe el paso de una alimentación vegetariana, monótona, local e insuficiente a una dieta también vegetal basada en el consumo de cereales, legumbres y patatas, pero con mayor presencia de alimentos de origen animal, fruta, azúcar ygrasas vegetales. El objetivo del presente trabajo, que se enmarca dentro de la primera etapa de la transición nutricional, es el de analizar la composición de la dieta media de la ciudad de Alcoy, compararla con los requerimien...

  12. Correção de medidas de associação pela variação do dia a dia no consumo alimentar: avaliação do desempenho por meio de simulação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliseu Verly-Jr

    Full Text Available O uso de um ou poucos recordatórios de 24 horas (R24h como medida da exposição dietética em modelos para estimar o efeito do alimento sobre um desfecho leva à atenuação da medida de associação e redução do poder do teste. Isso ocorre em função da variação dia a dia no consumo. A medida de associação pode ser corrigida por meio de calibração, e requer pelo menos uma repetição do R24 horas em uma subamostra da população de estudo. No entanto, seu desempenho e precisão dos coeficientes corrigidos podem variar de acordo com as características do estudo em que é aplicada. O objetivo deste trabalho é avaliar o desempenho da correção em diferentes cenários de pesquisa em relação à estimativa da medida de associação e sua precisão. Foi simulada população (n = 1.000 com informação sobre consumo de um alimento referente a 200 dias, e um desfecho com uma associação definida com o consumo usual (média dos 200 dias de consumo. Os cenários avaliados foram: (a 100%, 60%, 40% e 20% da amostra com 2 dias de consumo; (b indivíduos com 2, 3, 4 e 5 R24h; e (c população com 1.000, 600 e 300 indivíduos. Os coeficientes foram estimados para 300 combinações aleatórias de dias de consumo; coeficientes corrigidos médios foram semelhantes ao verdadeiro coeficiente. A precisão foi menor em todos os cenários: a probabilidade de encontrar uma associação significativa (sendo ela verdadeira variou de 0,47 a 0,29 (100% a 20% com repetição, respectivamente; 0,47 a 0,78 (2 a 5 dias; e 0,47 a 0,15 (1.000 a 300 indivíduos.

  13. Ingestão de nutrientes e estado nutricional de crianças em dieta isenta de leite de vaca e derivados Nutrient intake and nutritional status of children following a diet free from cow's milk and cow's milk by-products

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian C. S. Medeiros

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a ingestão alimentar e o estado nutricional de crianças em dieta isenta de leite de vaca e derivados. MÉTODOS: Foram avaliadas 26 crianças, na primeira consulta realizada em ambulatório de gastroenterologia pediátrica, que vinham recebendo dieta isenta de leite de vaca e derivados (média de idade = 19,1 meses e 30 crianças com dieta normal, isto é, sem nenhum tipo de restrição alimentar (média de idade = 16,8 meses. Empregou-se o método do dia alimentar habitual para a obtenção dos dados sobre consumo alimentar. A ingestão alimentar foi comparada entre os grupos e em relação às Dietary Reference Intakes (DRIs. O estado nutricional foi avaliado com base nos escores z de peso/idade, estatura/idade e peso/estatura. RESULTADOS: O grupo em dieta isenta de leite de vaca apresentou menor ingestão de energia (p = 0,005, proteínas (p OBJECTIVE: To assess the food intake and the nutritional status of children on a cow's milk and cow's milk by-products free diet. METHODS: Twenty-six children receiving a cow's milk and cow's milk by-products free diet were assessed during their first visit to the Pediatric Gastroenterology Clinic (mean age = 19.1 months. Thirty children with no food restriction (mean age = 16.8 months were also assessed. The usual daily food intake method was used to make the dietary assessment. The food intake was compared between the groups and in relation to the Dietary Reference Intakes (DRIs. The z-scores for weight/age, height/age and weight/height were used to evaluate the nutritional status. RESULTS: The cow's milk free diet group presented lower energy (p = 0.005, protein (p < 0.001, lipid (p < 0.001, calcium (p < 0.001 and phosphorous (p < 0.001 intake when compared to the control group. The number of children who had energy, calcium and phosphorous intake below the DRIs was higher in the cow's milk free diet group than in the control group. The z-score means for the cow's milk free diet and

  14. Pirâmide alimentar para crianças de 2 a 3 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Philippi Sonia Tucunduva

    2003-01-01

    Full Text Available Com a finalidade de promover orientação nutricional e hábitos alimentares saudáveis para crianças de 2 a 3 anos de idade, fez-se a adaptação da Pirâmide Alimentar. A pirâmide foi baseada em dieta padrão (1300kcal com seis refeições, calculada de acordo com as recomendações para a idade. As porções e os equivalentes foram estabelecidos de acordo com o total de energia de cada alimento utilizando-se o software Virtual Nutri. Foi avaliada a distribuição percentual dos macronutrientes em relação ao valor energético total, obtendo-se 15% para proteínas, 59% para carboidratos e 26% para lipídios. Foram calculados ainda os valores para ferro total e ferro biodisponível. Os alimentos estão organizados em oito grupos: arroz, pão, massa, batata, mandioca (5 porções, verduras e legumes (3 porções, frutas (3 porções, carnes e ovos (2 porções, leite, queijo e iogurte (3 porções, feijões (1 porção, óleos e gorduras (1 porção e açúcares e doces (1 porção. A pirâmide alimentar apresenta-se como um instrumento importante para orientação nutricional, servindo como guia para o planejamento de uma alimentação saudável para crianças de 2 a 3 anos de idade.

  15. Fatores associados a sintomas de transtornos alimentares entre escolares da rede pública da cidade do Salvador, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaisy Cristina Honorato Santos Alves

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar prevalência e fatores associados aos sintomas de transtornos alimentares entre escolares. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 365 escolares, de 7 a 14 anos de idade, do ensino fundamental de Salvador/BA. Aplicou-se nos escolares 13 anos de idade, o Teste de Atitudes Alimentares-26, o Teste de Investigação Bulímica de Edinburgh e o Teste de Imagem Corporal. O Child Behavior Checklist foi aplicado para todos os escolares. Coletaram-se dados antropométricos e alimentares, sobre estilo de vida, demográficos, socioeconômicos e puberais. Na análise estatística utilizou-se regressão de Poisson. RESULTADOS: Sintomas de transtornos alimentares estavam presentes em 23% dos escolares. Idade (RP: 1,25; IC95%: 1,11-1,40, insatisfação com imagem corporal (RP: 4,23; IC95%: 2,53-7,08, problema de comportamento de internalização (RP: 1,78; IC95%: 1,11-2,85, substituição das refeições por consumo de balas (RP: 2,14; IC95%: 1,24-3,69, maior consumo de frutas e outros vegetais (RP: 2,49; IC95%: 1,55-3,99 e escolaridade materna de 5ª a 8ª série (RP: 1,95; IC95%: 1,06-3,58 associaram-se ao aumento da ocorrência dos sintomas de transtornos alimentares. CONCLUSÃO: Observou-se alta prevalência de sintomas de transtornos alimentares entre os escolares; fatores sociodemográficos e comportamentais estavam associados ao evento.

  16. Avaliação do conhecimento nutricional de atletas profissionais de atletismo e triathlon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia Pessi

    2011-08-01

    Full Text Available A alimentação adequada é a chave para a melhora do desempenho esportivo. Com isso, um conhecimento nutricional satisfatório torna-se importante para as práticas alimentares saudáveis e, consequentemente, mais eficazes para o rendimento. O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento nutricional de atletas profissionais de atletismo e triathlon. Foram avaliados 50 atletas com idade média de 32,4 ± 11,1 anos, sendo 37 (74% do sexo masculino. Os atletas preencheram um questionário que continha informações sobre treinamento, consultas nutricionais e a escala de conhecimento nutricional validada. Para associar o conhecimento nutricional com as variáveis de escolaridade e consulta com nutricionista, foi utilizado o teste do Qui-quadrado, e para correlacionar as variáveis ordinais foram utilizadas a correlação de Pearson. Os atletas treinavam a 9,4 + oito anos, 82% possuíam nível superior incompleto ou completo e 70% já haviam consultado um profissional nutricionista. A média de pontos da escala foi de 9,6 ± 2,2 pontos, que corresponde à classificação de "moderado conhecimento nutricional", e não foi verificada diferença estatisticamente significativa entre o conhecimento nutricional e o sexo (p = 0,067. Ter frequentado ou não um curso superior não modificou o conhecimento nutricional destes atletas (p = 0,352, assim como consultar ou não o nutricionista (p = 0,362. Porém, quanto maior a escolaridade, maior foi o número de atletas que relataram o acompanhamento com o nutricionista. Estes resultados apontam para a necessidade de educação continuada em nutrição para atletas profissionais, bem como a necessidade de outros estudos avaliando o conhecimento nutricional neste público.

  17. CONHECIMENTO SOBRE NUTRIÇÃO E CONSUMO DE SUPLEMENTOS EM ACADEMIAS DE GINÁSTICA DE JUIZ DE FORA, BRASIL

    OpenAIRE

    Lopes, Fernanda Gargiulo; Mendes, Larissa Loures; Binoti, Mirella Lima; Oliveira, Natália Pereira de; Percegoni, Nathércia

    2015-01-01

    Introdução O consumo de suplementos alimentares tem ganhado destaque entre desportistas. Contudo, mudanças nos hábitos alimentares são menos expressivas nesta população. Objetivo Verificar o uso de suplementos alimentares e o conhecimento sobre princípios básicos de nutrição de desportistas frequentadores de academias da cidade de Juiz de Fora, MG, Brasil. Métodos Estudo transversal, em 19 academias selecionadas por sorteio. A amostra totalizou 348 indivíduos maiores de 18 anos, de ambos os...

  18. Freqüência de consumo de dietas ricas em gordura e pobres em fibra entre adolescentes Frequency of high-fat and low-fiber diets among adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilda Borges Neutzling

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a freqüência e os fatores associados ao consumo de dietas ricas em gordura e pobres em fibra em adolescentes. MÉTODOS: Estudo de delineamento transversal com adolescentes de 10 a 12 anos, realizado em 2004/2005, em Pelotas, RS. A freqüência alimentar no ano anterior à pesquisa foi avaliada pelo questionário de Block, composto por 24 itens alimentares, pontuados de acordo com a freqüência de consumo de alimentos ricos em fibras e gorduras. Na análise bruta, as prevalências de dietas ricas em gordura e pobres em fibra foram comparadas conforme sub-grupos das variáveis independentes (sexo, cor da pele, nível socioeconômico, escolaridade materna e estado nutricional do adolescente. Para controle de fatores de confusão, uma análise multivariável por regressão de Poisson foi realizada para cada desfecho. RESULTADOS: Foram encontrados 4.452 adolescentes, representando 87,5% da coorte original. A maioria dos jovens (83,9% consumia dieta pobre em fibra, e mais de um terço deles (36,6% consumia dieta rica em gordura. O nível socioeconômico e a escolaridade materna mostraram-se diretamente associados com a prevalência de consumo de dietas ricas em gordura. Jovens dos níveis socioeconômicos A+B e C apresentaram menor freqüência de consumo de dietas pobres em fibra. CONCLUSÕES: A prevalência de dietas ricas em gordura e pobres em fibra foi elevada nessa população de adolescentes. Políticas públicas dirigidas aos determinantes dos hábitos alimentares são necessárias e urgentes.OBJECTIVE: To describe the frequency and associated factors of high-fat and low-fiber diets among adolescents. METHODS: A cross-sectional study was carried out in adolescents aged 10-12 years in Pelotas, southern Brazil, in 2004 and 2005. Dietary patterns in the previous 12 months were evaluated using the Block questionnaire comprising 24 food items scored according to the frequency of consumption of high-fat and low-fiber food. In

  19. Consumo de proteína por praticantes de musculação que objetivam hipertrofia muscular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiane Menon

    2012-02-01

    Full Text Available A grande procura por academia frequentemente está relacionada com o visual estético e na maioria dos casos com o aumento de massa muscular, principalmente por praticantes de musculação. Existe uma crença entre os atletas de que proteína (PTN adicional aumenta a força e melhora o desempenho. Este estudo teve como objetivo avaliar o consumo de proteína dos praticantes de musculação que objetivam hipertrofia muscular em uma academia do interior do Estado do Rio Grande do Sul. A amostra foi composta por 23 praticantes de musculação, do sexo masculino, com idade entre 19 e 33 anos. Participaram do estudo os praticantes de musculação que realizavam treino para ganho de massa muscular com frequência mínima de três vezes por semana e que tinham experiência em treinamento resistido de no mínimo 12 semanas. Um formulário foi preenchido, sobre informações pessoais e alguns dados específicos em relação ao treino e à alimentação. Foi realizado registro alimentar de três dias. As medidas antropométricas foram retiradas do banco de dados do software de avaliação física da academia. Também foi avaliado o estado nutricional, através do cálculo do índice de massa corporal (IMC. A média de ingestão de proteína foi de 1,7g/kg. A massa magra atual (61,7kg apresentou valores mais elevados que a massa magra inicial (59,9kg, sendo que esta mostrou-se menor para as três classificações (abaixo, recomendado e acima do recomendado da ingestão de PTN. Foi detectada diferença estatística significativa para as classificações dentro da faixa recomendada (p < 0,001 e acima do recomendado (p < 0,05, em que, nas duas situações, a massa magra atual se mostrou significativamente mais elevada que a massa magra inicial. Os achados neste estudo sugerem que a amostra não se caracteriza por apresentar o consumo de PTN acima ou abaixo do recomendado, tendo característica de dieta hiperproteica.

  20. Diagnóstico do estado nutricional dos atletas da Equipe Olímpica Permanente de Levantamento de Peso do Comitê Olímpico Brasileiro (COB Diagnostico del estado nutricional de los deportistas del equipo olímpico nacional de levantamiento de pesas del Comité Olímpico Brasileño (COB Diagnosis of the nutritional status of the Weight Lifting Permanent Olympic Team athletes of the Brazilian Olympic Committee (COB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Costa Cabral

    2006-12-01

    Full Text Available Objetivou-se neste estudo diagnosticar o estado nutricional da Equipe Olímpica Permanente de Levantamento de Peso do Comitê Olímpico Brasileiro (COB. A amostra foi composta por 24 atletas, na faixa etária entre 16 e 23 anos, sendo 12 do sexo masculino (19,7 ± 2,4 anos e 12 do feminino (19,2 ± 1,8 ano. Realizou-se o seguinte procedimento para o diagnóstico do estado nutricional: análise da adequação da ingestão de energia e dos macronutrientes - carboidratos (CHO, lipídios (LIP e proteínas (PRO -, por meio dos métodos Recordatório de 24 horas e Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar, além da caracterização do perfil antropométrico. Os resultados da avaliação dietética indicaram que a distribuição energética entre os macronutrientes encontra-se adequada sendo de 54 ± 6,8% (CHO; 28,5 ± 5,9% (LIP; e 14,5 ± 3,4% (PRO para os homens e 56,3 ± 4,7% (CHO; 28,6 ± 4,6% (LIP; e 13,7 ± 2,4% (PRO para a equipe feminina. Entretanto, quanto ao consumo energético total, 83% dos atletas estavam com ingestão energética abaixo dos valores recomendados, considerando o alto nível de atividade física, promovendo deficiência calórica diária. O percentual de gordura corporal dos atletas do sexo masculino (3,6 ± 0,7% indicou que todos estavam abaixo do padrão de referência, enquanto 58% dos esportistas do sexo feminino apresentavam excesso de gordura (17,9 ± 5,8%. Tem-se, como conclusão, que, apesar de os desportistas avaliados terem realizado distribuição energética adequada entre os macronutrientes, esta ainda não foi suficiente para suprir as exigências energéticas da modalidade, necessitando assim de orientação nutricional.El objetivo de este estudio fue diagnosticar el estado nutricional de los deportistas del equipo olímpico nacional de levantamiento de pesas del Comité Olímpico Brasileño (COB. La muestra estuvo compuesta por 24 deportistas, con edades entre 16 y 23 años, siendo 12 hombres (19,7

  1. Acquisti, consumo ed emozioni

    OpenAIRE

    M. Addis; I. Soscia

    2006-01-01

    Il nuovo fenomeno del ‘marketing esperienziale’ Il concetto di esperienza di consumo Suscitare emozioni per arricchire l’esperienza e il suo valore Gli investimenti di marketing esperienziale per generare emozioni Le criticita’ dell’investimento nelle emozioni e nelle esperienze del consumo

  2. Aspectos motivacionais em programas de mudança de comportamento alimentar Motivational aspects in programs of nutritional behavior changes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alice Altenburg de Assis

    1999-04-01

    Full Text Available Este trabalho procurou reunir as informações concernentes às questões da adesão e motivação de indivíduos em programas de intervenção alimentar que visam à mudança do comportamento. Foram considerados os artigos publicados a partir de 1990, abordando inicialmente uma definição de termos sobre complacência, aderência, motivação, manutenção, recaída e lapso, palavras comumente utilizadas nos estudos sobre mudanças de comportamento. O tema fatores que interferem nas escolhas alimentares e na aderência à dieta trata genericamente, dos aspectos que determinam os hábitos e as preferências alimentares e tece considerações sobre as questões que permeiam a relação profissional-paciente. A seguir foram abordadas as principais teorias motivacionais que fundamentam os programas de intervenção alimentar e algumas considerações sobre a aplicação destas teorias num programa de intervenção nutricional. O "estado da arte" dos programas de intervenção nutricional que visam à mudança do comportamento alimentar, apresentado nas publicações relatadas, aponta para a necessidade da utilização e integração dos modelos da teoria social cognitiva e treinamento profissional para aquisição de habilidades técnicas para motivar as pessoas na realização das mudanças desejáveis.This article is a review of the most recent publications related to the motivation and adherence factors in nutritional intervention programs directed toward behavioral changes. The review included papers published since 1990. The initial part of the article presents the definitions of several terms commonly associated with researches on the behavioral change area, such as adherence, complacence, motivation, maintenance and relapse. Afterwards, the authors present information related to the factors that have been found to interfere in food choices and those that may determine the nutricional habits. The patient - professional relationship is also

  3. Representações sobre o consumo de frutas, verduras e legumes entre fruticultores de zona rural Representations on fruit and vegetable consumption among fruit growers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hayda Josiane Alves

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do estudo foi investigar aspectos subjetivos do consumo de frutas, verduras e legumes entre agricultores. MÉTODOS: Trata-se de um estudo qualitativo sobre o universo simbólico do consumo de frutas, verduras e legumes entre fruticultores da zona rural, do município de Valinhos, estado de São Paulo, Brasil. Foram empregadas técnicas de observação participante e entrevista não estruturada focalizada. Para tratamento de dados foi utilizada a teoria das representações sociais de Moscovici. RESULTADOS: A representação central das falas analisadas é: fruta não é comida, é trabalho, a qual tem função estruturante de outras representações relativas a fruta: 1 não tem função de alimentar; 2 seu consumo não é essencial; 3 garante a sobrevivência do trabalho familiar no campo, representando o sustento familiar. Apesar de cultivadas e consumidas rotineiramente, são consideradas comida somente quando são compradas. Verduras e legumes são classificados como alimentos de importância secundária. Conceitos de alimentação saudável expressos pelo grupo contemplam elementos que vão além do valor nutricional dos alimentos, incluindo: prazer, comensalidade, valores sócio-culturais, memória familiar e celebrações. CONCLUSÃO: O consumo de frutas relaciona-se mais à esfera do trabalho na lavoura do que a elementos que a aproximem ao conceito de comida. As representações sociais relativas a Frutas Verduras e Legumes contribuem com a formulação de conceitos subjetivos de alimentação saudável e estruturam as práticas alimentares dos agricultores.OBJECTIVE: The objective of this study was to investigate subjective aspects in the consumption of fruits and vegetables by fruit growers. METHODS: This is a qualitative study on the symbolic universe of consumption of these food items among fruit growers living in the rural area of Valinhos, a city located in the state of São Paulo, Brazil. Participant

  4. Influence of Lifestyles Related to Eating Habits in Ready Meal Consumption: comparative study between São Paulo and RomeInfluência de Estilos de Vida Associados a Hábitos Alimentares no Consumo de Pratos Prontos: estudo comparativo entre São Paulo e RomaInfluencia de Estilos de Vida Asociados a Hábitos Alimenticios en el Consumo de Comidas Preparadas: estudio comparativo entre São Paulo y Roma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SIEKIERSKI, Paulette

    2013-09-01

    Full Text Available ABSTRACTThe main objective of this paper was to identify consumers’ food-related life style toward ready meals in Brazil and Italy. Our specific objectives were (1 to adapt and validate the Bae, Chae and Ryu (2010 scale and (2 to compare and associate the lifestyles to social-demographic characteristics. Consumers are working longer hours, spending more time in traffic and longing to maximize leisure time, which has been increasingly limited. As a result, they demand products and services that facilitate and support their busy lives. A survey was conducted and the research dataset was comprised of a non-probabilistic sample of 155 questionnaires from Italian consumers from Rome and 200 Brazilians from the city of São Paulo. Among the main results, it was shown that the Romans value the tradition and health dimensions more, whereas consumers from São Paulo value convenience and taste. The gender, age, number of people in the household and type of family variables are associated to the attitudes toward ready meal, as well as with its effective consumption. It is believed that these results may be relevant both for the development of new products and for the placement of products and brands active in these markets, or even to identify new market segments or understand different generations of consumers.RESUMOO principal objetivo deste trabalho é identificar os estilos de vida relacionados ao consumo de pratos prontos no Brasil e na Itália. Como objetivos específicos têm-se (1 validar a escala de Bae, Chae e Ryu (2010 nos contextos brasileiro e italiano e (2 comparar e relacionar os estilos de vida a características sociodemográficos. Sabe-se que mudanças no estilo de vida de indivíduos do mundo ocidental têm aumentado a demanda por conveniência na preparação das refeições. Consumidores trabalham mais horas, gastam mais tempo no trânsito e desejam maximizar o tempo de lazer cada vez mais limitado, exigindo, assim, produtos e servi

  5. Terapia nutricional no diabetes gestacional Nutritional therapy in gestational diabetes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia de Carvalho Padilha

    2010-02-01

    Full Text Available Trata-se de uma revisão da literatura científica sobre a terapia nutricional no Diabetes Mellitus Gestacional, sem restrição de data e com fontes primárias indexadas nas bases de dados SciELO, PubMed, Medline. Os resultados desta revisão apontam a intervenção nutricional como uma importante aliada no controle do Diabetes Mellitus Gestacional, trazendo potenciais benefícios à saúde materno-fetal. Na avaliação do estado nutricional materno devem ser empregados os indicadores antropométricos, dietéticos, bioquímicos, clínicos e funcional. Neste sentido, a avaliação dietética deve ser detalhada, com atenção para o fracionamento e composição das refeições, e grupos de alimentos presentes. No planejamento nutricional a distribuição de macronutrientes em relação ao consumo energético diário deve ser 45-65% de carboidratos, 15-20% de proteínas e 20-35% de lipídeos. Quanto a recomendação dos edulcorantes, são liberados para gestantes acesulfame K, aspartame, neotame, sacarina e sucralose. A atividade física também deve fazer parte da estratégia de tratamento do Diabetes Mellitus Gestacional, embora o impacto do exercício nas complicações neonatais ainda mereça ser rigorosamente testado. Ademais, estudos associam a habilidade de aconselhamento nutricional com a melhorara na adesão ao cuidado nutricional. Diante desses achados, para sucesso no controle do DMG são necessários: a participação da equipe inter e multidisciplinar, o cuidado pré-natal precoce, com assistência nutricional oportuna e a garantia da assistência de qualidade ao longo da gestação.This is a scientific literature review about nutritional therapy in gestational diabetes mellitus, without date restriction and using the SciELO, PubMed and Medline databases. The results of this review show that nutritional intervention is an important tool for managing gestational diabetes mellitus, and potentially benefits the mother's and fetal health

  6. PREVALÊNCIA DE DESNUTRIÇÃO PROTÉICO-CALÓRICA E EVOLUÇÃO NUTRICIONAL DE PACIENTES INTERNADOS EM ENFERMARIA DE GASTROENTEROLOGIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jane Bandeira DICHI

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: A avaliação do estado nutricional (ingestão alimentar, antropométrica e parâmetros laboratoriais foi realizada em 99 pacientes (67M e 32F de 50 ± 17 anos, internados na Enfermaria de Gastroclínica deste Hospital das Clínicas, nestes últimos 18 meses. Estes pacientes eram portadores de patologias hepatobiliares (39%, gastrintestinais (31%, pancreáticas (10% e outras. Quando comparados com valores de referência, verificou-se, pela associação dos resultados dos indicadores nutricionais, que 61% dos pacientes encontravam-se desnutridos ou com risco nutricional já na internação, sendo este índice de 67% na alta hospitalar. O tempo médio de internação foi de 22 ± 17 dias. Quando os resultados da internação e da alta foram pareados para cada um dos pacientes, verificou-se que cerca de 50% deles apresentaram aumento da ingestão alimentar, dos quais apenas 1/5 mostrou melhora no estado nutricional. A quase totalidade destes pacientes era composta de portadores de diarréia crônica com esteatorréia, recebendo dieta especial. Os pacientes não responsivos à maior ingestão alimentar diminuiu em 22% dos casos, o que pode ser atribuído tanto às dietas restritivas dos cirróticos quanto à falta de apetite na interfase das dietoterapias parenteral ou enteral/oral. Dos indicadores nutricionais o triptofano sérico foi o mais sensível na resposta à ingestão alimentar. Assim, pode-se concluir que a prevalência de desnutrição, entre esses pacientes, é alta, e não diminuiu com a internação, embora, neste período, a ingestão alimentar tenha aumentado. A resposta nutricional à dietoterapia foi positiva sempre que as deficiências dietéticas foram supridas e/ou o hipercatabolismo do paciente compensado. PALAVRAS-CHAVE: Avaliação do estado nutricional; desnutrição hospitalar; gastroenterologia.

  7. Corantes alimentares presentes em alimentos ultraprocessados consumidos por universitários / Food dyes present in ultra-processed foods consumed by university students

    OpenAIRE

    Dayana Nolasco Gama; Maria Lúcia Teixeira Polônio

    2018-01-01

    Objetivo: Descrever os corantes alimentares presentes nos alimentos ultraprocessados consumidos por 273 graduandos de uma universidade pública do Rio de Janeiro. Métodos: Foi caracterizado o perfil sociodemográfico e de saúde a partir de questionário semiestruturado. Consumo de alimentos ultraprocessados foi obtido através do Questionário de Frequência Alimentar (gelatinas, biscoitos recheados, balas e chicletes, refrigerantes, preparados sólidos para refresco, sucos industrializados, tempero...

  8. Intake and apparent digestibility of rations containing different proportions of Coastcross (Cynodon dactylon (L. Pers. hay plus ground soybean grain and sheep eating behaviour/ Consumo e digestibilidade aparente de rações com diferentes proporções de feno de capim Coastcross (Cynodon dactylon (L. Pers. e soja crua moída e comportamento alimentar de ovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Rodrigues Casimiro

    2006-07-01

    Full Text Available The aims of this experiment were to determine the average daily intake (ADI and the apparent digestibility coefficient (ADC of rations containing two levels of coastcross hay and ground soybean grain, as well as, to study the behavior of sheep fed on these rations. Ten wethers averaging 40.0 kg of live weight were allocated in feeding trial cages for this experiment. A completely randomized design with two treatments (T1= 80% coastcross hay + 20% soybean grain and T2= 60% coast cross hay + 40% soybean grain and five replicates, were used. The treatments were evaluated under two feeding systems (voluntary and restrict. There were two experimental periods of seven days with fifteen days of previous adaptation each. The animals were fed twice a day with rations containing half of the estimated daily intake. The behaviours studied were times spent eating, ruminating and resting in a five minutes interval observation during twelve hours. There were no significant differences (P>0.05 between treatments for nutrientsADI but for crude protein and ether extract (EE. The ADC for dry matter (DM, fiber (F and total carbohydrates (TC were significantly greater (PO objetivo deste trabalho foi determinar o consumo médio e a digestibilidade aparente dos nutrientes de rações contendo dois níveis de feno de capim coast-cross e soja crua moída, bem como estudar o comportamento de ovinos alimentados com essas rações. Foram utilizados dez ovinos machos, castrados, com peso vivo médio de 40,0 kg, em delineamento experimental inteiramente casualizado com dois tratamentos (T (T1= 80% de feno de coastcross picado + 20% de soja crua moída e T2= 60% de feno de coastcross picado + 40% de soja crua moída e cinco repetições. Os tratamentos foram avaliados em regimes de consumo voluntário e consumo restrito. O ensaio compreendeu um período de adaptação de 15 dias, seguido de dois períodos de coleta de sete dias cada. A ração foi fornecida em duas refei

  9. Carne de consumo e risco de transmissão de Toxoplasma gondii

    OpenAIRE

    Rosado, Joana de Carvalho Serra

    2009-01-01

    O consumo de carne de suíno (Sus domesticus) é considerado o maior factor de risco para a transmissão da toxoplasmose aos humanos. No entanto, apesar dos suínos serem muito usados na gastronomia portuguesa, tanto pelo consumo de carne, como pelo de enchidos, pouco se sabe sobre a prevalência e caracterização genética de Toxoplasma gondii nestes produtos alimentares, no país. Neste trabalho, pretendeu-se determinar a seroprevalência de anticorpos IgG anti-T. gondii em suínos de ...

  10. Aceitabilidade e valor nutricional de chocolate amargo enriquecido com amêndoa de baru, linhaça e quinoa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jullyana Borges de Freitas

    2016-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve o objetivo de formular chocolate amargo enriquecido com amêndoa de baru, linhaça e quinoa (9% em substituição ao chocolate e avaliar a aceitabilidade (aceitação global, aparência e intenção de compra e o valor nutricional das formulações. Todos os chocolates, exceto o chocolate enriquecido com linhaça, foram considerados aceitos e apresentaram bons níveis de intenção de compra. Os chocolates apresentaram altos teores de fibras alimentares (27 a 40 g/100 g, e menor valor energético (385 a 413 kcal/100 g comparados a chocolates amargos convencionais contendo amêndoas (7 a 11 g de fibras alimentares /100 g e 500 a 550 kcal/100 g, constituindo uma alternativa mais saudável para os consumidores.

  11. Sono, estado nutricional e hábitos de vida de caminhoneiros = Sleep, nutritional status and life habits of truckers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paris, Patrícia de

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o período de sono, o estado nutricional e os hábitos de vida dos caminhoneiros do município de Veranópolis/RS. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo, transversal com dados secundários de uma amostra de conveniência de 100 caminhoneiros entre 21 e 60 anos. Estudou-se variáveis sociodemográficas, de hábitos de vida, relato de doença crônica não transmissível (DCNT, uso de medicamentos para dormir ou para tratamento de saúde, questões sobre as práticas alimentares e parâmetros antropométricos. Os dados foram analisados por estatística descritiva e analítica pelo programa SPSS® com nível de significância de 5%. Resultados: A idade média dos caminhoneiros foi 38,5±10,2 anos. A maioria dorme 6,0±1,4 horas/dia, apresenta-se com sobrepeso e obesidade (82% e risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares (69%. O tempo de sono teve associação com o colesterol total e o diabete mellitus. A média de refeições realizadas por dia foi de 3,4±0,9, prevalecendo o café da manhã, o almoço e o jantar. Caminhoneiros que dormem a semana inteira em casa realizam o café da manhã, o almoço e o jantar em suas residências, enquanto aqueles que dormem de 1 a 5 dias fora de casa realizam o almoço e o jantar em restaurantes. Houve associação significativa da faixa etária (p=0,044, consumo de bebidas alcoólicas (p=0,020 e realização de lanche da tarde (p=0,013 com dormir após o almoço; e dos obesos com a presença de hipertensão (p=0,035. Conclusão: O sobrepeso e a obesidade caracterizaram o estado nutricional dos caminhoneiros. O sono associou-se com as DCNT. A maioria realiza três refeições diárias, não pratica exercícios físicos e não é tabagista, porém, tem o hábito de ingerir bebidas alcoólicas

  12. El proyecto "campana educativa para incrementar el consumo de frijoles"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ligia Rodr\\u00EDguez

    2004-01-01

    Full Text Available El proyecto “Campaña educativa para incrementar el consumo de frijoles”. Se describen las diferentes etapas que se siguen en el desarrollo de un proyecto denominado “Campaña educativa para incrementar el consumo de frijoles”. La Campaña tuvo como objetivo “incrementar el consumo de frijoles en la población urbana de clase media de Costa Rica” y contribuir a contrarrestar la disminución en el consumo de este alimento, que se ha presentado en forma muy marcada en el área urbana. El artículo pretende ofrecer una visión global del mencionado proyecto, de manera que le permita al lector la ubicación dentro del proceso, al mismo tiempo que lo refiere a los artículos específicos que ofrecen el detalle de las diferentes etapas y resultados. La metodología describe las características generales del abordaje que se utiliza y la forma en que se desarrolla cada una de las etapas. Los resultados sumarizan los hallazgos de la evaluación y otros aspectos globales del proyecto. Además, ofrece pautas para un abordaje de la educación nutricional focalizada alrededor de un alimento y sustentada en la realidad social y cultural de la población.

  13. Perfil socioeconômico, nutricional e de saúde de adolescentes recém-ingressos em uma universidade pública brasileira Socioeconomic, nutritional and health profile of adolescents recently admitted to a Brazilian public university

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Cristina Ribeiro VIEIRA

    2002-09-01

    Full Text Available Objetivou-se delinear o perfil socioeconômico, nutricional e de saúde de adolescentes recém-ingressos em uma universidade pública brasileira. As variáveis comportamentais foram obtidas por meio de questionário, o percentual de gordura corporal (%GC pelo somatório das dobras cutâneas e o estado nutricional pelo Índice de Massa Corporal. A maioria dos adolescentes era do sexo feminino (57,3%, não residia com familiares (89,8%, consumia bebida alcoólica (73,5%, omitia alguma refeição principal (57,3% e rejeitava um ou mais alimentos do grupo das hortaliças (79,5%. Cerca de 57,0% não realizavam atividade física e 7,0% fumavam. Em torno de 72,0% e 25,0%, respectivamente, consumiam hortaliça e fruta cinco ou mais vezes na semana. Os eutróficos predominavam, mas 58,7% destes apresentavam %GC elevado. Concluiu-se que considerável parcela dos indivíduos estudados residia sem os familiares e apresentava, além de inadequação da composição corporal e do comportamento alimentar, outros fatores de risco à saúde, como o consumo de álcool e a inatividade física.The objective of this work was to describe the socioeconomic, nutritional and health profile of adolescents recently admitted to a Brazilian public university. The behavioral variables were obtained by interview, the body fat percentage (BF% by the sum of the four skinfold thicknesses and the nutritional status by body mass index. Most of the students were female (57.3%, lived away from their families (89.8%, drank alcohol (73.5%, skipped a main meal (57.3% and rejected one or more types of vegetables (79.5%. About 57.0% did not practice any physical activity and 7.0% smoked. About 72.0% and 25.0%, respectively, consumed vegetable and fruit five times or over during the week. The eutrophic subjects predominated, but 58.7% of them presented a high BF%. The results showed that a considerable number of the subjects lived away from their families and had inadequate body

  14. Condições de trabalho e estado nutricional de operadores do setor de alimentação coletiva: um estudo de caso Work conditions and nutritional status of workers from the food service sector: a case study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Henschel de Matos

    2003-12-01

    Full Text Available Este estudo analisa a relação entre condições de trabalho e estado nutricional de operadores de uma Unidade de Alimentação e Nutrição. Foi realizada uma Análise Ergonômica do Trabalho, incluindo a caracterização do estado nutricional dos trabalhadores. Fizeram parte do estudo oito operadores (sete mulheres e um homem, com tempo de serviço na unidade de, em média, 45 meses (variação de três meses a cinco anos. Constatou-se que o trabalho realizado exige esforço físico moderado, carregamento e levantamento de peso esporádicos, movimentos repetitivos por longos períodos e postura em pé. O Índice de Massa Corporal indicou eutrofia em dois operadores e sobrepeso em diferentes graus em cinco trabalhadores. A alimentação consumida por quatro dos oito indivíduos avaliados é hipercalórica, e, em relação aos macronutrientes,pode ser caracterizada como hiperprotéica para seis deles, hiperlipídica e hipoglicídica para todos. Apesar de a realização das atividades na unidade requerer um gasto energético significativo, alguns condicionantes físicos e organizacionais estariam contribuindo para o consumo alimentar excessivo e a ingestão de uma dieta desequilibrada.The aim of this study was to analyze the relationship between the work conditions and the nutritional status of a group of workers in a Food Service Unit. The methodology consisted of the nutritional status evaluation and the Ergonomic Analysis of Work. Seven female workers and one male worker were included in this research; they had been working at the company for a period from three months to five years (median of 45 months. The work in the Food Service Unit demanded moderate physical effort, repetitive movements for long periods of time, sporadic weight loading and lifting and standing posture. The Body Mass Index data demonstrated that two workers were entrophic and five were overweight. The diets were considered hypercaloric for four workers, hyperproteic for

  15. Soporte nutricional adaptado al tratamiento fisioterápico de lesiones en el deporte

    OpenAIRE

    Sancho Morante, Alicia

    2014-01-01

    RESUMEN: INTRODUCCIÓN: En el abordaje de las lesiones, el tratamiento tanto médico como fisioterápico han sido ampliamente estudiados y conforman un elemento indispensable. Sin embargo, el soporte nutricional es un aspecto que, aunque recientemente se está demostrando que ofrece grandes beneficios, generalmente pasa a un segundo plano y no se le da la trascendencia que merece. OBJETIVOS: Relacionar la importancia que ejerce el consumo de determinados nutrientes sobre la prevención y tratam...

  16. Efecto de la estacionalidad sobre el estado nutricional de Hierro, Zinc y Cobre

    OpenAIRE

    Miranda D, Melissa; Olivares G, Manuel; Araya Q, Magdalena; Pizarro A, Fernando

    2013-01-01

    El consumo de alimentos y por lo tanto el estado de nutrición de los micronutrientes está condicionado por diferentes factores como la estacionalidad. El presente estudio tuvo como objetivo determinar el efecto de la estacionalidad sobre el estado nutricional de hierro, zinc y cobre de sujetos adultos habitantes de la ciudad de Santiago de Chile. Un estudio longitudinal en 50 sujetos de ambos sexos se realizó entre los meses de septiembre del 2005 y agosto del 2006. Durante la primera semana ...

  17. Fatores associados ao consumo de dietas ricas em gordura em adultos de uma cidade no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Airton José Rombaldi

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi descrever a frequência de consumo de dieta rica em gordura por adultos de 20 a 69 anos de Pelotas, RS, e analisar fatores associados. Foi realizado um estudo transversal de base populacional, incluindo 972 adultos. A frequência do consumo de gordura alimentar no ano anterior à pesquisa foi avaliada pelo questionário de Block, composto por quinze itens alimentares, pontuados de acordo com a frequência de consumo de alimentos com elevados teores de gordura. Cerca de 1/3 da população adulta (32,7% consumia regularmente dieta rica em gordura. Para ambos os sexos, o consumo regular de gordura mostrou-se associado a idades mais jovens e consumo regular de refrigerantes e, somente para homens, aos níveis econômicos A/B. A frequência do consumo regular de alimentos ricos em gordura na população adulta residente no município de Pelotas encontra-se além das recomendações atuais do Ministério da Saúde. Políticas públicas que estimulem uma alimentação saudável são urgentemente necessárias.

  18. O encontro entre o desenvolvimento rural sustentável e a promoção da saúde no Guia Alimentar para a População Brasileira

    OpenAIRE

    Oliveira, Nádia Rosana Fernandes de; Jaime, Patricia Constante

    2016-01-01

    Resumo O Guia Alimentar é documento que aborda os princípios e as recomendações de uma alimentação adequada e saudável para a população brasileira, tendo como propósito apoiar a educação alimentar e nutricional e subsidiar políticas e programas nacionais de alimentação e nutrição no setor de saúde e também em outros setores. O objetivo deste estudo foi identificar a interseção entre a promoção da saúde e o desenvolvimento rural sustentável no Guia Alimentar para a População Brasileira. Realiz...

  19. Estimativa do consumo de energia e de macronutrientes no domicílio e na escola em pré-escolares Estimation of energy and macronutrient intake at home and in the kindergarten programs in preschool children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Rombaldi Bernardi

    2010-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar o consumo de energia e de macronutrientes no domicílio e na escola em tempo integral em crianças de 2 a 6 anos e pesquisar diferenças no consumo entre as crianças de escolas públicas e particulares. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 362 pré-escolares em Caxias do Sul (RS. O estado nutricional foi avaliado pela razão peso para estatura. O consumo na escola foi avaliado por meio do método de pesagem direta individual dos alimentos consumidos pelas crianças e, no domicílio, por meio do método de registro alimentar realizado pelos pais ou responsáveis. Para as análises estatísticas utilizou-se o teste U de Mann-Whitney (p OBJECTIVE: To estimate the energy and macronutrient intake at home and at all-day in the kindergarten programs in children aged 2 to 6 and to investigate differences in consumption and intake between children at public and private kindergartens. METHODS: This was a cross-sectional study of 362 preschool children from Caxias do Sul, Brazil. Nutritional status was assessed in terms of weight to height ratios. Foods consumed in the kindergarten were evaluated by weighing the actual foods eaten by the children and home intakes were calculated from a food diary kept by parents or guardians. Statistical analyses were performed using the Mann-Whitney U test (p < 0.05. RESULTS: It was found that 28 children (7.7% were overweight, 92 (25.4% were at risk of becoming overweight and seven (1.9% were classified as having wasting. Analysis of 24-hour nutritional intake demonstrated that 51.3% of the energy, 60.3% of the lipids and 51.6% of the proteins consumed by children were eaten at home, despite the children spending the whole day in the kindergarten programs. Preschool children at kindergartens ate greater quantities of energy (p = 0.001, carbohydrates (p < 0.001, and lipids (p = 0.04 than did children at public kindergartens, but their total daily intakes were similar, irrespective of which type of

  20. Programa de educação nutricional em escola de ensino fundamental de zona rural Nutrition education program in a rural elementary school

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Faber Boog

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar métodos e tecnologias de intervenção em educação alimentar e nutricional, criados com base em diagnóstico realizado no âmbito de escola e comunidade, tendo como pressuposto teórico a relação homem/ambiente, mediada pelo trabalho. MÉTODOS: A abordagem foi pautada nos conceitos de promoção da saúde, nutrição comunitária e educação problematizadora. O programa, denominado "Ensinando a amar a terra e o que a terra produz" foi desenvolvido com 155 alunos de pré-escola a 7ª série, em uma unidade de ensino de zona rural do Estado de São Paulo, Brasil. Constou de: apresentação dos resultados do diagnóstico para professores e famílias de alunos; produção de história contendo elementos do diagnóstico; confecção de maquete; degustação de fruta da produção regional; exposição da maquete para as famílias. RESULTADOS: A metodologia e tecnologias empregadas despertaram interesse pelas atividades porque estas refletiam o cotidiano e valorizavam o trabalho, a história, a identidade cultural, fortalecendo a autoestima das famílias. A fruta foi ressignificada enquanto direito do agricultor que a produz. Foram observados conflitos de interesse entre prefeitura e executores do programa. CONCLUSÃO: Foi possível criar um programa de educação alimentar e nutricional a partir da relação homem/ambiente, mediada pelo trabalho, na qual o tema alimentação teve como ponto de partida não a ciência da nutrição, mas um diagnóstico de práticas de consumo, valores, representações que subsidiaram a criação das tecnologias de intervenção. Conflitos de interesse descritos devem ser considerados ao se planejar políticas públicas de segurança alimentar e nutricional.OBJECTIVE: The present article presents methods and technologies for food and nutrition education interventions whose development was based on a diagnosis made at a school and community. The theoretical assumption was the work

  1. Compulsão alimentar e bulimia nervosa em praticantes de exercício físico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Raulino Tramontt

    2014-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudos nacionais mostram variações na prevalência de compulsão alimentar entre 14,9 a 18,1%, enquanto a bulimia nervosa (BN apresenta-se em torno de 1 a 3,6%. Indivíduos que apresentam transtornos alimentares procuram espaços onde o exercício físico é estimulado e assim mascaram características da doença, exercitando-se compulsivamente após um episódio de compulsão alimentar. OBJETIVO: Identificar a prevalência de transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP e bulimia nervosa em praticantes de exercício físico associando ao estado nutricional, modalidade, frequência, duração e objetivo da prática do exercício físico. MÉTODOS: Estudo transversal composto por 103 indivíduos maiores de 18 anos com idade média de 37,7 (DP±15,6 anos, de ambos os sexos, praticantes de exercício físico há pelo menos três meses ininterruptos antes do início da pesquisa. Para análise da prevalência de TCAP e BN foi utilizado o Questionário sobre Alimentação e Peso (QEWP-R e um questionário específico sobre exercício físico. O estado nutricional foi classificado conforme o IMC. RESULTADOS: A prevalência de TCAP entre os indivíduos praticantes de exercício físico foi de 0,97%. Houve associação entre valores de IMC mais alto (p=0,026, idade menor (para TCAP p=0,036, BN p=0,01 e objetivo da prática de exercício físico declarado "estética" (para TCAP p=0,011 e BN p=0,043 com maiores pontuações nos escores de TCAP e BN. CONCLUSÃO: A prevalência de TCAP e BN encontrada neste estudo está de acordo com o referido na literatura internacional. Não foram encontradas associações entre compulsão alimentar e maior frequência de exercício físico.

  2. Associação entre o consumo energético e proteico e a espessura do músculo adutor do polegar em pacientes em hemodiálise = Association between energy and protein intake and the adductor pollicis muscle thickness in hemodialysis patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Machado, Alisson Diego

    2017-01-01

    Full Text Available Introdução: A desnutrição energético-proteica é frequente em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise e medidas alternativas para a avaliação do estado nutricional e do consumo alimentar podem ser empregadas na prática clínica. Objetivo: Avaliar a associação entre o consumo energético e proteico e a espessura do músculo adutor do polegar em pacientes em hemodiálise. Materiais e Métodos: Foi realizado um estudo transversal com 33 pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. Foi aplicado um questionário para a identificação do perfil sociodemográfico dos pacientes. A ingestão de energia e de proteínas foi avaliada pela aplicação de dois recordatórios de 24 horas. A espessura do músculo adutor do polegar foi aferida com auxílio de um adipômetro. A associação entre as variáveis foi avaliada por meio de testes paramétricos, análise de correlação, regressão linear e curva ROC. Resultados: A média de idade da amostra em estudo correspondeu a 68,0 anos, sendo 54,5% do sexo masculino. Pacientes com idade inferior a 60 anos e do sexo masculino apresentaram uma maior espessura do músculo adutor do polegar (p=0,01. Não houve associação entre a espessura do músculo adutor do polegar e o consumo energético e proteico. A medida também não é capaz de indicar quais pacientes apresentam uma maior ingestão de energia e proteínas. Conclusão: Em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise não houve associação entre o consumo energético e proteico e a espessura do músculo adutor do polegar e nem eficácia da medida em predizer uma maior ingestão de energia e proteínas

  3. Corantes alimentares presentes em alimentos ultraprocessados consumidos por universitários / Food dyes present in ultra-processed foods consumed by university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayana Nolasco Gama

    2018-04-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever os corantes alimentares presentes nos alimentos ultraprocessados consumidos por 273 graduandos de uma universidade pública do Rio de Janeiro. Métodos: Foi caracterizado o perfil sociodemográfico e de saúde a partir de questionário semiestruturado. Consumo de alimentos ultraprocessados foi obtido através do Questionário de Frequência Alimentar (gelatinas, biscoitos recheados, balas e chicletes, refrigerantes, preparados sólidos para refresco, sucos industrializados, temperos prontos e macarrão instantâneo e os corantes foram identificados nos rótulos dos produtos. Resultados: O consumo de produtos contendo corantes como gelatinas, balas e chicletes, refrigerantes e sucos industrializados foi acima de 80%. Balas e chicletes e temperos prontos tiveram consumo quase diário, sendo 56,9% e 54,1% respectivamente. Conclusão: Identificaram-se quatorze corantes nos rótulos dos produtos industrializados ultraprocessados.  Destacaram-se os corantes artificiais caramelos III e IV, bordeuax S, amarelo crepúsculo e tartrazina, e naturais urucum e carmim. Descritores: Corantes de alimentos, hábitos alimentares, risco.

  4. Interdisciplinary lifestyle therapy improves binge eating symptoms and body image dissatisfaction in Brazilian obese adults Terapia interdisciplinar de mudança do estilo de vida melhora sintomas de compulsão alimentar e insatisfação com a imagem corporal em adultos obesos brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Pereira de Carvalho-Ferreira

    2012-01-01

    de mudança do estilo de vida sobre sintomas de compulsão alimentar, depressão, ansiedade, insatisfação com a imagem corporal e qualidade de vida em adultos obesos. MÉTODOS: Um total de 49 adultos obesos (índice de massa corporal = 37.35±5.82 kg/m²; idade = 44.14±10.00 anos participaram de um programa de redução de peso por 6 meses. Sintomas de compulsão alimentar, insatisfação com a imagem corporal, depressão, ansiedade e qualidade de vida foram avaliados por meio de questionários autoaplicáveis. O consumo alimentar foi avaliado utilizando-se um registro alimentar de 3 dias. Os dados foram analisados utilizando análise de variância (ANOVA. RESULTADOS: Os resultados da ANOVA mostraram uma redução nos sintomas de compulsão alimentar e na insatisfação com a imagem corporal. Os sintomas de depressão e ansiedade também diminuíram, e foi observado um aumento nos escores de qualidade de vida. Após a terapia, foi verificada melhora significativa no perfil nutricional, assim como significativa redução de peso. Foi observada uma correlação positiva entre a variação dos sintomas de ansiedade e o consumo de lipídios. Sintomas de compulsão alimentar apresentaram associação com sintomas de ansiedade e insatisfação com a imagem corporal, e a insatisfação com a imagem corporal se correlacionou positivamente com os sintomas de ansiedade nos homens. Nas mulheres, foi observada uma correlação positiva entre sintomas de depressão e de compulsão alimentar. CONCLUSÃO: A terapia interdisciplinar foi eficaz na promoção de mudanças físicas e psicológicas e proporcionou uma melhor qualidade de vida em adultos obesos.

  5. Educação nutricional no Brasil: evolução e novas perspectivas

    OpenAIRE

    Angelini, Luciene Gomes da Silva

    2016-01-01

    Trabalho de conclusão de Curso apresentado ao curso de Alimentos, Nutrição e Saúde no espaço escolar, da UNILA, como requisito parcial para obtenção do título de Especialista em Alimentos, Nutrição e Saúde no espaço escolar. Orientadora: Profa. Rozane Marcia Triches Atualmente, a educação nutricional é um dos caminhos existentes para a promoção da sáude, que leva a população a refletir sobre o seu comportamento alimentar a partir da conscientização sobre a importância da alimentação para a...

  6. Estado nutricional de pré-escolares de creche pública: um estudo longitudinal

    OpenAIRE

    Pereira,Alessandra da Silva; Peixoto,Natasha Gabrielle de Araújo; Nogueira Neto,José Firmino; Lanzillotti,Haydée Serrão; Soares,Eliane de Abreu

    2013-01-01

    O objetivo do estudo foi monitorar o estado nutricional de pré-escolares de uma creche pública. Trata-se de um estudo longitudinal, antes (t0) e depois (t1), com 51 crianças de 2 a 4 anos de idade. Os procedimentos foram: avaliação antropométrica (P/I, P/E e E/I - OMS 2006, classificação SISVAN-2008); avaliação bioquímica (colesterol total, HDLc, LDLc, triglicerídeos e glicose); avaliação hematológica (hemoglobina); avaliação dietética (pesagem direta dos alimentos e registro alimentar). Para...

  7. Programa de Aquisição de Alimentos: a lente bioética na segurança alimentar

    OpenAIRE

    Carvalho, Luciana Rodriguez Teixeira de; Rocha, Dais Gonçalves

    2013-01-01

    A bioética alcança questões públicas e busca a garantia dos direitos humanos, dentre os quais aqui se destaca o da alimentação, debate ético de uma situação persistente resultante da exclusão social. O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) busca a construção de proposta de segurança alimentar e nutricional centrada na comercialização da produção, nas pessoas, no social e na segurança alimentar dos mais vulneráveis. Este trabalho objetivou analisar os documentos oficiais do PAA, na modalida...

  8. Aspectos alimentares e nutricionais dos usuários do "restaurante popular Mesa do Povo" Alimentary and nutritional aspects of users of the popular restaurant "Mesa do Povo"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Ângelo Lima Verde de Araújo

    2007-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi averiguar aspectos alimentares e nutricionais dos usuários do "Restaurante Popular Mesa do Povo", situado em Fortaleza (CE, Brasil. Foram selecionados aleatoriamente 51 usuários, os quais foram submetidos à aplicação do inquérito alimentar recordatório 24 h e hábitos alimentares. A amostra foi estratificada por nível de sexo, nível de adequação. O consumo alimentar foi avaliado pelo Índice de Qualidade da Dieta e a adequação calórica, pela Pirâmide Alimentar Adaptada. Macro e micronutrientes tiveram adequações de acordo com "Dietary Reference Intakes". Após freqüentar o restaurante, 42,85% dos homens e 37,5% das mulheres declararam estar consumindo mais verduras. Dos problemas de saúde, a hipertensão arterial, associada ao diabetes mellitus, em 11,76%, e o diabetes mellitus, associado à doença cardiovascular, em 3,92%, foram os mais citados. Das calorias totais, verificou-se que a média de ingestão para homens foi de 2.278,9 calorias e, para as mulheres, 1.785,65 calorias, havendo diferença significativa entre os sexos. As inadequações de calorias evidenciaram-se em 31,4% abaixo e 49% acima do padrão recomendado. Constatou-se que 100% dos usuários estão com contribuição calórica de proteínas dentro do recomendado, sendo 94,12% para carboidratos, e 90,2% para os lipídios adequados à recomendação. Notou-se que o cálcio e tocoferol apresentaram a menor adequação na dieta dos usuários; no entanto, houve uma satisfatória adequação quanto ao teor médio em vitaminas e minerais. Faz-se necessário ajustar a operacionalização do atendimento por meio de critérios seletivos e adequados para atingir, em maior número, os usuários mais vulneráveis no aspecto nutricional e socioeconômico.The aim of this study was to examine alimentary, nutritional and socio-economic aspects of the users of Mesa do Povo, a popular restaurant in the city of Fortaleza, state of Ceará. Fifty

  9. Alteração no comportamento alimentar de trabalhadores de turnos de um frigorífico do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisângela da Silva de Freitas

    2015-08-01

    Full Text Available ResumoInvestigou-se a relação entre trabalho em turnos e o comportamento alimentar dos trabalhadores de um frigorífico do sul do Brasil. Estudo transversal com 1.206 trabalhadores, entre 18 e 50 anos, de ambos os sexos. Um questionário padronizado foi utilizado para as informações demográficas, socioeconômicas, turno de trabalho e hábitos alimentares. O turno de trabalho foi categorizado em diurno e noturno, com base nos horários de início e fim do turno. O comportamento alimentar dos trabalhadores foi avaliado da seguinte forma: número e tipo de refeições realizadas nas 24 horas de um dia habitual, inadequação dos horários dessas refeições e escore alimentar de risco. Este foi construído com base na classificação de risco do consumo semanal de 13 itens alimentares. Após o ajuste para possíveis fatores de confusão, os trabalhadores do sexo masculino, de cor de pele não branca e mais jovens tiveram maior probabilidade de apresentar comportamento alimentar de risco. Trabalhadores noturnos realizavam maior número de refeições/dia e apresentaram maior inadequação nos horários das refeições do que os diurnos. O turno de trabalho noturno pode influenciar negativamente no comportamento alimentar de trabalhadores desse período.

  10. Food allergy: system immunologic and main food involved Alergia alimentar: sistema imunológico e principais alimentos envolvidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Beltrão Lessa Constant

    2008-10-01

    Full Text Available Food allergy can be defined as an adverse reaction to a food antigen mediated by fundamentally immunological mechanisms. It is a nutritional problem that has shown an increase in the last decades probably due to the population’s exposure to a higher number of available food allergens. It has become a health problem worldwide being associated to a significant negative impact on life quality. The foods most cited as those which cause food allergy are: milk, eggs, peanuts, nuts, shrimps, fish and soy bean. The main food allergens are protein-nature ones. There must be investment in research in order to reduce the damage caused by foods containing allergens. Biotechnology studies can be considered an efficient and safe alternative. The purpose of this research is to present an updated review on food allergies focusing on its action mechanism in the body, main food involved and alternatives that have been used to minimize this problem. A alergia alimentar pode ser definida como uma reação adversa a um antígeno alimentar mediada por mecanismos fundamentalmente imunológicos. É um problema nutricional que apresentou um crescimento nas ultimas décadas, provavelmente devido à maior exposição da população a um número maior de alérgenos alimentares disponíveis. Ele vem se tornando um problema de saúde em todo o mundo e está associado a um impacto negativo significativo na qualidade de vida. Os alimentos mais citados como causadores de alergias alimentares são: leite, ovos, amendoim, castanhas, camarão, peixe e soja, e os principais alérgenos alimentares identificados são de natureza protéica. É importante que haja investimento em pesquisas no sentido de reduzir os danos causados por alimentos que contém alérgenos. Estudos com a biotecnologia podem apresentar-se como uma alternativa eficiente e segura. Esta pesquisa tem como objetivo apresentar uma revisão atualizada das alergias alimentares, com foco principal no seu mecanismo de

  11. Legislação brasileira referente à rotulagem nutricional de alimentos Brazilian food labeling regulations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Benedita Ferreira

    2007-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é apresentar uma reflexão sobre a evolução histórica da legislação brasileira de alimentos sob o aspecto da rotulagem nutricional, contextualizando as principais leis das últimas quatro décadas, destacando os avanços e identificando os pontos críticos que ainda necessitam de aprimoramento. De uma forma geral pode-se afirmar que, ao longo dos últimos 40 anos, o Brasil aperfeiçoou a sua legislação, incorporando evidências científicas nos regulamentos buscando melhorar a qualidade dos alimentos e promover a Saúde Pública, levando em consideração a realidade brasileira. Contudo, com a publicação da Resolução nº 360 da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária em 2003, que retira a obrigatoriedade da declaração dos conteúdos de ferro, cálcio e colesterol dos rótulos, pode-se afirmar que ocorreu uma involução em relação à saúde pública, embora a Resolução tenha mérito em relação à harmonização da legislação com os países membros do Mercosul, permitindo o livre comércio entre estes. Esforços devem ser envidados para que as empresas mantenham a declaração dos nutrientes que deixaram de ser obrigatórios. Ademais, é importante atualizar regulamentos já ultrapassados, incorporar conhecimento novo, preencher lacunas e recomendar ações integradas e contínuas de educação alimentar subsidiadas por pesquisas científicas. A rotulagem nutricional de alimentos é um apoio valioso para os consumidores, dando-lhes a oportunidade de conhecer a composição do alimento, a segurança quanto à ingestão de nutrientes e energia, bem como informações importantes para a manutenção de sua saúde. A legislação na área de alimentos deve ser vista como estratégia para auxiliar na redução dos índices de obesidade, das deficiências nutricionais e das doenças crônicas não-transmissíveis associadas ao padrão de consumo.The objective of this work is to

  12. Consumo y salud

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel-C SÁNCHEZ-BARBUDO RUIZ-TAPIADOR

    2009-11-01

    Full Text Available RESUMEN: El tema «CONSUMO Y SALUD» está enfocado desde el punto de vista de la función importantísima del Profesor. Tiene como finalidad poner de manifiesto el marco dentro del cual el consumo es útil y beneficioso para la salud, tanto individual como colectiva. Al mismo tiempo, intenta orientar la acción educativa del Profesor para que, conjuntamente con su ejemplo, encauce el desarrollo de la personalidad del alumno y pueda éste integrarse en esta sociedad de consumo como ciudadano responsable, capaz de elegir libremente entre conductas positivas para la salud y rechace las conductas negativas.SUMMARY: The topic «CONSUMER SOCIETY AND HEALTH» is approached from the teacher's point of view, whose function in introducing this subject to the students is most important. The purpose is to show the framework within which consuming is useful and advantageous for both an individual and collective health. At the same time, the article intends to give directions to the teacher's educative task. The aim is for the teacher, helped by his exemplary behaviour, to guide students' personality development and on that account to help them to join consumer society in a responsible way and to enable them to both choose freely among positive consumer attitudes to their health and reject the negative ones.

  13. Use of the glycemic index in nutrition education Uso do índice glicêmico na educação nutricional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Galvão Cândido

    2013-02-01

    Full Text Available Recently, the lack of studies providing practical guidance for the use of the glycemic index has been indicated as the cause of its little use in nutrition education. The aim of this study is to give instructions on the use of the glycemic index as a tool to be used in nutrition education to estimulate the consumption of low glycemic index foods. Studies published over the past 12 years, in addition to classic studies on this topic, found in the databases MedLine, ScienceDirect, SciELO and Lilacs exploring the importance of the glycemic index and the factors that affect the glycemic index were selected for this article. The preparation of lists grouping foods according to their glycemic index should be based on information found in tables and specific web sites. This is an interesting strategy that must be very carefully conducted, considering the eating habits of the assisted people. To reduce the postprandial blood glucose response, high glycemic index foods should be consumed in association with the following foods: high protein and low fat foods, good quality oils and unprocessed foods with high fiber content. Caffeine should also be avoided. The glycemic index should be considered as an additional carbohydrate-selection tool, which should be part of a nutritionally balanced diet capable of promoting and/or maintaining body weight and health.Recentemente, a falta de artigos que visam fornecer orientação quanto ao uso do índice glicêmico foi apontada como causa de sua baixa utilização na educação nutricional. O objetivo do presente trabalho é oferecer suporte para o uso do índice glicêmico como ferramenta a ser adotada na educação nutricional, para estimular o consumo preferencial de alimentos que apresentem menores valores nesse indicador. Foram selecionados estudos publicados nos últimos doze anos, além de estudos clássicos referentes ao tema, indexados nos bancos de dados MedLine, ScienceDirect, SciELO e Lilacs, que

  14. Determinación del estado nutricional en los niños de 6 a 12 años de la escuela Arzobispo Serrano, de la ciudad de Cuenca, Noviembre 2014 - Enero 2015

    OpenAIRE

    Alejandro, Silvia; Santana, Roy; Cumbe, Karla

    2016-01-01

    La valoración del estado nutricional es un buen índice para captar precozmente situaciones de malnutrición, que es muy frecuente en escolares. Por medio de un estudio descriptivo, transversal se valor´o el estado nutricional de 221 estudiantes de la escuela “Arzobispo Serrano” de Cuenca a través del indicador antropométrico IMC para la edad de la OMS y un cuestionario de frecuencia de consumo alimentario dirigido a las madres de familia. Los resultados concluyeron que 42.0% de la población es...

  15. Los elementos de efectividad de los programas de educación nutricional infantil: la educación nutricional culinaria y sus beneficios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nur Al-Ali

    2015-12-01

    Full Text Available Actualmente existe una prevalencia alta de las enfermedades crónicas no transmisibles tanto en edad adulta como en edad infantil. Los programas de educación nutricional han mostrado su efectividad previniendo estas enfermedades. Algunos de los elementos de efectividad de estos programas son: la implementación de programas en las escuelas, la involucración de las familias y de toda la comunidad escolar, la proyección del programa a niños de 6 a 12 años de edad, el aprendizaje basado en la práctica, el programa educacional basado en teorías o la elaboración de herramientas necesarias para producir cambios conductuales. La educación nutricional culinaria o la educación en habilidades culinarias se presenta como una de las modalidades más eficaces pues el aprendizaje práctico sobre cómo preparar y cocinar los alimentos saludables ha demostrado beneficios como: el incremento del consumo de frutas y verduras, la mejora de las habilidades culinarias, la mejora de las creencias acerca de la alimentación, la mejora de las conductas alimentarias, la prevención de la obesidad infantil y la mejora de las elecciones dietéticas. A pesar de los beneficios descritos, se hace necesario tener un conocimiento más profundo e investigar en las variables de efectividad de la educación nutricional culinaria, especialmente en España.

  16. Forma física, suplementação enzimática e nível nutricional de rações para frangos de corte na fase inicial: desempenho e digestibilidade dos nutrientes Physical form, enzymatic supplementation and nutritional levels of diet for broilers chickens in the initial phase: performance and nutrients digestibility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Eduardo Avelar Pucci

    2010-06-01

    Full Text Available Foram conduzidos dois experimentos, utilizando um total de 1.440 frangos de corte machos de 8 a 21 dias de idade, para avaliar a forma física da ração, o uso de enzimas e os níveis nutricionais em dietas à base de milho e farelo de soja. Foi adotado delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 × 2 × 2, com duas formas físicas de ração (farelada ou triturada; sem ou com complexo enzimático (amilase, celulase e protease e dois níveis nutricionais (95 ou 100% das recomendações. No experimento 1, 1.200 aves foram distribuídas nos oito tratamentos, com cinco repetições de 30 aves cada, para avaliação de consumo de ração, do ganho de peso e da conversão alimentar. Simultaneamente, realizou-se o experimento 2 (ensaio de metabolismo, no qual 240 aves receberam os tratamentos experimentais, com seis repetições de cinco aves cada. Aos 18 dias de idade, iniciou-se a coleta total de excretas, realizada uma vez ao dia, por três dias consecutivos, para determinação da energia metabolizável (EMAn e dos coeficientes de metabolizabilidade de matéria seca (CMMS, proteína bruta (CMPB e extrato etéreo das rações experimentais. A forma física da ração e o nível nutricional influenciaram o consumo de ração das aves, mas não o ganho de peso. Houve interação nível nutricional × forma física da ração para EMAn e metabolizabilidade da matéria seca e proteína bruta. A forma física melhora a energia e o CMMS enquanto as enzimas influenciam a metabolizabilidade da matéria seca e proteína bruta. Com exceção do CMPB, as demais características são influenciadas pelo nível nutricional da dieta.A total of 1440 male broiler chickens from 8 to 21 days old was assigned to two experiments to evaluate the physical form of diet, use of enzymes and nutritional levels of corn-soybean meal based diets. A completely randomized design as a 2 × 2 × 2 factorial scheme, two physical forms of diet (meal or crushed, with

  17. Consumo de cafeína por grávidas usuárias de uma Unidade Básica de Saúde no município do Rio de Janeiro Caffeine consumption by pregnant women selected from a Health Care Center in the municipality of Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Helena de Resende Nóra Pacheco

    2008-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o consumo de cafeína em gestantes e sua associação com variáveis demográficas, socioeconômicas, reprodutivas e comportamentais e com o estado nutricional materno. MÉTODOS: trata-se de estudo do tipo transversal, realizado entre 2005 e 2007. A presente análise refere-se ao período entre a oitava e a 13ª semana gestacional, sendo realizada com 255 gestantes entre 18 e 40 anos, usuárias de uma Unidade Básica de Saúde no município do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. A variável "desfecho"foi o consumo de cafeína quantificado por meio de questionário de freqüência alimentar semiquantitativo, previamente validado, o qual continha uma lista de alimentos com 81 itens e oito opções de freqüência de consumo. A ingestão de cafeína foi quantificada a partir do consumo de: chocolate em pó/Nescau®, chocolate em barra ou bombom, refrigerante, café e mate. A análise estatística foi realizada por meio de modelo hierarquizado de regressão linear múltipla. RESULTADOS: a mediana e o consumo médio de cafeína foram, respectivamente, de 97,5 e 121,1 mg (desvio padrão, dp=128,4. Já o consumo elevado da substância (>300 mg/dia foi observado em 8,3% das gestantes. No modelo multivariado, observou-se que mulheres cuja menarca ocorreu mais cedo (β=-0,15, com maior número de pessoas vivendo na casa (β=0,17 e que não faziam uso de medicamentos (β=-0,24 apresentaram maior tendência ao consumo elevado de cafeína e esta foi estatisticamente significativa (pPURPOSE: to determine caffeine consumption in pregnant women and to evaluate its association with demographic, socioeconomic, reproductive, lifestyle and maternal nutritional status. METHODS: it is a cross-sectional study performed between 2005 and 2007. The present analysis refers to the period among the 8th and 13th gestational week and included 255 pregnant women from 18 to 40 years, clients of a municipal health center in Rio de Janeiro. The outcome variable was

  18. Déficit nutricional em crianças de uma cidade de grande porte do interior da Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilmar Mercês de Jesus

    2014-05-01

    Full Text Available O estudo objetiva analisar o déficit nutricional de crianças de uma cidade de grande porte do interior da Bahia e os fatores socioambientais, características maternas e infantis associadas. Avaliou-se informações de duplas de mães e crianças de quatro anos, de uma coorte de nascidos vivos. O déficit nutricional foi definido pelo índice antropométrico estatura-para-idade (E/I, no ponto de corte -1 escore-z em relação à referência do Multicentre Growth Reference Study de 2006. As variáveis estudadas foram: características das crianças (peso ao nascer e gemelaridade e maternas (idade na ocasião do parto, nível de instrução, paridade e realização de pré-natal e fatores socioambientais (revestimento do piso e do teto domicílio, fonte da água consumida, canalização interna de água, água utilizada para o consumo e posse de geladeira. Utilizou-se a regressão logística para identificar os fatores associados ao déficit nutricional, o qual ocorreu em 24,6% das crianças. Peso insuficiente no nascimento, pré-natal inadequado, revestimento precário do piso do domicílio e ausência de canalização interna de água foram preditores do déficit nutricional entre as crianças do estudo. Os fatores associados ao déficit nutricional ratificam a contribuição de questões sociais na gênese da desnutrição.

  19. Determinantes de hábitos alimentares em crianças de 0 a 4 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mari Saho

    1990-12-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivo principal o estudo dos fatores que influenciam no hábito alimentar das crianças de 0 a 4 anos de idade, nas diversas frações de classes comparando-se com o estado nutricional das mesmas. Com base nos dados obtidos através da aplicação dos questionários e das entrevistas dirigidas às pessoas responsáveis pela alimentação da criança, foi possível efetuar algumas análises estatísticas e a interpretação dos discursos apresentados pelos informantes.

  20. Terapia nutricional e sepse neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brunnella Alcantara Chagas de Freitas

    2011-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente artigo é revisar a literatura acerca dos conhecimentos atuais relativos à terapia nutricional - enteral e parenteral - para os recém-nascidos pré-termo, principalmente os de muito baixo peso, destacando seu efeito protetor na sepse neonatal e na enterocolite necrosante. As diferentes modalidades de alimentação do recém-nascido prematuro - especialmente para aqueles de muito baixo peso - e seu efeito protetor na diminuição de complicações (mormente as infecciosas foram analisadas. A utilização preferencial do leite materno na nutrição enteral, o controle das ofertas energético-protéicas, o início precoce da nutrição enteral mínima, a introdução precoce da alimentação parenteral - nas primeiras 24 horas - e a utilização dos imunonutrientes que tenham estudos suficientes para fundamentar sua indicação podem se constituir em boas diretrizes adjuvantes na prevenção da sepse neonatal e da enterocolite necrosante. Sem embargo, percebe-se a necessidade de mais estudos - preferencialmente multicêntricos, controlados e randomizados - para esclarecer o papel protetor da nutrição no RNPT, não somente na prevenção de infecções, mas também para auxiliar o desenvolvimento neural e a prevenção de consequências deletérias futuras.

  1. Abordagem do modelo transteórico no comportamento alimentar Transtheoretical model approach in eating behavior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natacha Toral

    2007-12-01

    Full Text Available O estudo do comportamento alimentar tem despertado grande interesse por se tratar de um elemento importante para o sucesso de intervenções nutricionais. Considerando-se a complexidade do tema e as inúmeras influências a que está submetido, sugere-se que o aprofundamento de pesquisas sobre os determinantes do comportamento alimentar possibilite maior impacto nas ações de promoção de práticas alimentares saudáveis. A adoção cada vez mais freqüente de uma alimentação inadequada no Brasil e no mundo leva a um questionamento sobre o impacto das intervenções nutricionais tradicionalmente utilizadas em âmbito populacional. Diversas estratégias de educação nutricional são atualmente descritas na literatura; contudo, alcançar a motivação da população para uma mudança efetiva do padrão alimentar ainda é um dos grandes desafios para a saúde pública. A aplicação do modelo transteórico parece ter um papel promissor em relação à melhor compreensão da mudança de comportamento alimentar, almejada nas intervenções nutricionais. Estratégias que envolvam o direcionamento para cada estágio de mudança de comportamento, identificado segundo essa teoria, podem ser mais eficazes quanto à motivação dos indivíduos a adotar práticas alimentares mais saudáveis.The study of eating behavior has been much interest, as this is an essential element for the success of dietary interventions. In view of the complexity of the subject and the countless influences to which it is subject, it is suggested that an in-depth exploration of eating behavior determinants enhances the impact of programs promoting healthy dietary practices. Increasingly more frequent, the adoption of inadequate diets in Brazil and elsewhere in the world leads to questions about the impact of dietary interventions traditionally applied to population groups. Many nutritional education strategies are currently described in the literature; however, motivating

  2. Familia: Consumo y ahorro

    OpenAIRE

    Navarro López, Manuel

    2003-01-01

    Es obvio que el contenido de este trabajo deberá moverse entre la sociología de la familia y la del consumo, aunque solo sea como referentes teóricos. Sin embargo, tales vínculos deberán ser solo puntos de apoyo para analizar sin ataduras académicas una visión de los comportamientos económicos que tienen su localización primaria en la familia. Consecuentemente, tendremos que hacer una descripción de esos comportamientos y sus contenidos, su evolución y su diversificación, retomando los motivo...

  3. AVALIAÇÃO DO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ALUNAS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PARTICULARES, ARACAJU - SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA DE FáTIMA MELO SILVEIRA

    2009-09-01

    Full Text Available

    Os transtornos alimentares são quadros psiquiátricos caracterizados por uma grave perturbação do comportamento alimentar, sendo a Anorexia e Bulimia Nervosa os dois tipos principais, os quais afetam principalmente adolescentes femininas e adultas jovens. O objetivo do trabalho foi avaliar o risco de alunas do ensino médio em escolas particulares de Aracaju-SE de desenvolverem transtornos alimentares dos tipos Anorexia e Bulimia Nervosa. Utilizou-se um questionário autopreenchível (com validação primária em 320 alunas, de 14 a 18 anos de idade, que aceitaram responder às questões sobre comportamento alimentar, imagem corporal, entre outras. O risco de desenvolvimento de transtornos alimentares na população avaliada foi evidenciado por determinadas manifestações, como a prática de dietas (39,0%, uso de medicamentos para emagrecer (10,8%, consumo compulsivo excessivo de alimentos (40,7% e eventos bulímicos (7,8%. Tendo em vista que a insatisfação corporal é um dos fatores principais que modulam a gênese dos distúrbios alimentares, o desgosto pelo próprio corpo (40,3%, apresentado pelas alunas analisadas, revelou a possibilidade de desenvolverem Anorexia e Bulimia Nervosa. Os resultados indicam a substancial necessidade de prevenção desses transtornos por meio de folderes e palestras, além da capacitação de profissionais da saúde e professores de ensino médio para a detecção do problema.

  4. Exigência nutricional de lisina digestível para galinhas poedeiras no período de 34 a 50 semanas de idade Nutritional requirement of lysine for laying hens in the period from 34 to 50 weeks old

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Moraes Sá

    2007-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de estabelecer a exigência nutricional em lisina para galinhas poedeiras leves e semipesadas, no período de 34 a 50 semanas de idade, 360 poedeiras (metade Lohmann e metade poedeiras Lohmann Brown foram submetidas à ração basal contendo 2.850 kcal EM/kg, 15,0% PB, suplementada com cinco níveis (0,00; 0,05; 0,10; 0,15 e 0,20% de L-lisina, de modo a proporcionar 0,584; 0,634; 0,684; 0,734 e 0,784% de lisina digestível nas rações. Foi utilizado esquema fatorial 5 x 2 (nível de lisina e linhagem de aves, com seis repetições por tratamento e seis aves por unidade experimental, em um delineamento inteiramente casualizado. Foram avaliados a produção de ovos (%, a massa e o peso médio dos ovos (g, o consumo de ração (g/ave.dia, a conversão alimentar (kg ração/dúzia ovos, a mudança de peso corporal (g e a qualidade interna dos ovos (unidade Haugh e índice de albúmen e gema. Os níveis de lisina não influenciaram a mudança de peso corporal, o consumo de ração e a qualidade interna dos ovos em ambas as linhagens. A conversão alimentar e a produção de ovos, o peso médio e a massa dos ovos foram influenciados positivamente pelos níveis de lisina, em poedeiras leves e semipesadas. A exigência em lisina digestível, estimada pelo modelo quadrático, para as aves leves e semipesadas, foi de 0,732 e 0,715% na ração, que corresponde ao consumo diário por ave de 893 e 804 mg lisina/ave.dia, respectivamente.With the objective to establish the nutritional requirement of lysine for light and semi-heavy laying hens, in the period from 34 to 50 weeks old, 360 laying hens (half Lohmann and half Lohmann Brown were submitted to a basal ration containing 2.850 kcal ME/kg, 15.0% CP, supplemented with five levels (0.00, 0.05, 0.10, 0.15 and 0.20% of L-lysine, to provide 0.584, 0.634, 0.684, 0.734, and 0.784% of digestible lysine in the rations. A 5 x 2 (lysine level and laying hen strain factorial arrangement, with six

  5. Alimentar y nutrir a un niño con parálisis cerebral: Una mirada desde las percepciones Alimentar e nutrir a uma criança com paralisia cerebral: Uma olhada desde as percepções Feeding and nourishing a child with cerebral palsy: View from perceptions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Fernando García Zapata

    2011-03-01

    Full Text Available Objetivo. Describir las percepciones y las rutinas del cuidador primario informal familiar frente a la alimentación y nutrición de niños con parálisis cerebral (PC. Metodología. Estudio cualitativo bajo perspectiva de etnografía enfocada. Los participantes fueron trece cuidadores de niños con PC residentes en Itagüí, Antioquia. La recolección de datos se hizo hasta la saturación de los mismos, mediante entrevistas semiestructuradas y observaciones. Para el procesamiento y análisis de la información se realizó codificación abierta, axial y selectiva, identificación de categorías, patrones recurrentes, atípicos y contradictorios con los que se construyeron taxonomías. Resultados. Los cuidadores perciben que alimentar y nutrir los niños con PC es difícil desde el nacimiento y que esta dificultad persiste durante el crecimiento del niño. Las rutinas de alimentación se construyen desde experiencias cotidianas, el sentir de la madre frente la discapacidad y la afección física y fisiológica del niño. Estas rutinas influyen en el consumo de alimentos, la nutrición y adquisición del niño de habilidades mínimas para autoalimentarse y transformar la vida personal, laboral, familiar y social del cuidador. Conclusión. El cuidado alimentario y nutricional del niño con PC es construido por su cuidador a partir de experiencias cotidianas. La asistencia permanente no posibilita desarrollar habilidades básicas para autoalimentarse en aquellos niños que pueden hacerlo, lo que genera una carga en el cuidador.Objetivo. Descrever as percepções e as rotinas do responsável primário informal familiar frente à alimentação e nutrição de crianças com paralisia cerebral (PC. Metodologia. Estudo qualitativo sob perspectiva de etnografia enfocada. Os participantes foram treze responsáveis de crianças com PC residentes em Itagüí, Antioquia. A recolha de dados se fez até a saturação dos mesmos, mediante entrevistas semi

  6. Consumo, acesso e sociabilidade

    OpenAIRE

    Canclini, Nestor García; Universidad Autónoma Metropolitana

    2010-01-01

    Este artigo é uma adaptação, feita pelo autor, da palestra de abertura que iria realizar no 3º Encontro ESPM de Comunicação e Marketing – participação impossibilitada pela epidemia globalizada.   Entendendo o consumo como um cenário de disputas entre as determinações da esfera da produção e os diferentes modos de apropriação social dos bens e serviços, o autor argumenta que as transformações na produção cultural e no acesso à cultura trazidas pela industrialização, globalização e digitalizaçã...

  7. Familia: Consumo y ahorro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Navarro López, Manuel

    2003-01-01

    Full Text Available Es obvio que el contenido de este trabajo deberá moverse entre la sociología de la familia y la del consumo, aunque solo sea como referentes teóricos. Sin embargo, tales vínculos deberán ser solo puntos de apoyo para analizar sin ataduras académicas una visión de los comportamientos económicos que tienen su localización primaria en la familia. Consecuentemente, tendremos que hacer una descripción de esos comportamientos y sus contenidos, su evolución y su diversificación, retomando los motivos más recurrentes al uso, pero con la orientación hacia la familia como institución y como grupo en las sociedades avanzadas actuales…

  8. Publicidad y consumo de alimentos en estudiantes de Huánuco (Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Luisa Sevillano García

    2012-10-01

    Full Text Available Las importantes carencias nutritivas apreciadas en estudiantes del distrito de Huánuco (Perú, junto con la publicidad televisiva de productos de dudosa calidad nutricional observada, nos llevó a plantear y desarrollar una investigación con el objeto de analizar la relación entre ambos fenómenos titulada: Influencia de los anuncios televisivos en el consumo de alimentos publicitados durante el 2010, cuyo resumen se presenta en este artículo. En la investigación planteamos un estudio correlacional con una muestra de 120 escolares de diversas instituciones educativas, a quienes se aplicaron satisfactoriamente encuestas, entrevistas y guía de evaluación física; también se analizó la publicidad emitida por los canales de televisión sobre alimentos y su contenido nutricional. El análisis inferencial aplicado fue Ji cuadrado (?2. Con esta investigación se ha demostrado que el estado de salud de los escolares está afectado, siendo muy agudo respecto a la caries dental, problema que se atribuye al consumo de ciertos alimentos. Se constata que existe relación positiva, con alta significancia estadística, entre la adherencia a los anuncios televisivos y el consumo de alimentos publicitados de alto contenido en sodio, calcio, azúcar y de calorías por los escolares estudiados; así mismo, se prueba la interdependencia entre la exposición a los anuncios televisivos y el consumo de alimentos con productos de alto contenido en grasa que merecen ser vigilados y controlados por los responsables.

  9. Feed efficiency in Mangalarga Marchador foals fed diet supplemented with probiotics or phytase Eficiência alimentar de potros da raça Mangalarga Marchador alimentados com dieta suplementada com probióticos ou fitase

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Silva de Moura

    2009-06-01

    (CA de 24 potros da raça Mangalarga Marchador (16 machos e 8 fêmeas, com 241,6 ± 23,2 dias de idade e 216,7 ± 27,8 kg de peso vivo (PV. O experimento teve duração de 28 dias: os 23 iniciais para adaptação à dieta e ao manejo e os cinco finais para coleta de fezes. A dieta foi composta por pastagem de Cynodon e concentrado comercial (1,2 kg/100 kg PV, além de água e sal mineral à vontade. Os tratamentos foram: dieta basal (controle; dieta basal + 5 g/dia de leveduras vivas (10(9 UFC/g de Saccharomyces cerevisiae; dieta basal + 2 g/dia de bactérias (10(8 UFC/g de B. bifidum, E. faecium, L. acidophilus, L. plantarum e leveduras vivas (10(5 UFC/g de S. cerevisiae e dieta basal + fitase (1.250 FTU/dia. Para estimativa do consumo de matéria seca, foram utilizados o indicador externo LIPE® e a técnica de digestibilidade in situ. O delineamento foi inteiramente casualizado, em fatorial 4 × 2, e as médias comparadas pelo teste Student, considerando o efeito da covariável PV inicial para porcentagens de CMS por PV. O consumo de matéria seca total dos grupos variou de 2,4 a 2,8% PV, de modo que os animais sob suplementação com bactérias e leveduras vivas apresentaram menor CMS total e de volumoso. Todos os animais tiveram GPD médio de 0,33 kg/dia e o grupo sob suplementação com bactérias e leveduras vivas teve conversão alimentar do volumoso 32,42 a 43,83% menor que a observada no grupo controle e naquele sob suplementação com fitase. A fitase, na dosagem de 205 FTU/kg de MS da dieta basal, não influenciou os parâmetros avaliados. O probiótico composto por bactérias e leveduras vivas melhorou a eficiência alimentar do volumoso e pode ser utilizado como estratégia nutricional para manutenção da condição corporal de potros durante o período seco.

  10. Soberania Alimentar, agroecologia e mercados locais.

    OpenAIRE

    Meirelles, Laércio

    2004-01-01

    A Rede Ecovida tem estimulado a construção de uma Rede Solidária de Produção e Circulação de Produtos Ecológicos nos estados do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, cujas células de comercialização são feiras livres, cooperativas de consumidores, mercados institucionais, pontos de abastecimento popular, pequenas lojas e comerciantes. Essa iniciativa é mais uma demonstração que práticas agroecológicas, associadas a mercados locais, trazem impactos positivos à Soberania Alimentar d...

  11. Sistema de Suplementação Alimentar para Bovinos de Corte em Pastejo: Validação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lana Rogério de Paula

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho a validação do programa de computador do Sistema Viçosa de Formulação de Rações, bem como testar o NRC 1996 de gado de corte, incluindo os níveis 1 (Sistema NRC e 2 (Sistema Cornell, para bovinos de corte em pastejo. Os dados de ganho de peso preditos pelos programas, em função do peso corporal, dos grupos genéticos e da composição e do consumo de suplementos, durante o período da seca, foram comparados com os dados observados. O Sistema NRC, níveis 1 e 2, subestimou o consumo de matéria seca em 12 e 13% e o ganho de peso, em 55 e 86%, respectivamente, de 35 novilhos suplementados em pastagens durante o período da seca. Já o Sistema Viçosa, com menor margem de erro, superestimou o consumo em 5% e subestimou o ganho em 11%. Em um segundo ensaio de validação com um banco de dados de 25 experimentos, 74 tratamentos e 1230 animais, o Sistema Viçosa superestimou o ganho de peso, em função do consumo de energia (NDT, em 44%. Apesar disto, o programa é adequado para ser utilizado nas formulações de suplementos alimentares para bovinos em crescimento em pastagens tropicais, uma vez que o consumo de alimentos e, conseqüentemente, o ganho de peso são altamente variáveis, devido à variação na disponibilidade e composição das pastagens, diversidades climáticas e genéticas dos animais.

  12. Transtornos alimentares: patologia ou estilo de vida?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-01-01

    Full Text Available A internet se apresenta como um novo espaço de reconfiguração das relações sociais, por isso jovens com transtornos alimentares vêm utilizando-a como forma de expressão, através das comunidades pró-anorexia e bulimia. Este artigo visa compreender a diferença entre o discurso hegemônico e a crença destas jovens, a partir das teorias antropológicas sobre a influência da cultura na saúde e na doença, da teoria da bioascese e das teorias feministas. Usando a interpretação de sentidos, percebe-se que os transtornos alimentares são considerados estilos de vida, nos quais se busca fugir ao sofrimento através do controle dos corpos e dos desejos. Há uma trama entre controle, poder e dominação, no qual as jovens pleiteiam autonomia e independência, a sociedade define e normatiza seus corpos, e dessa forma, impõem uma dominação, e os profissionais, baseados nos discursos da saúde, intentam ensiná-las como controlá-los, exercendo, de certa forma, um poder sobre o outro.

  13. Prática alimentar de adolescentes Adolescents feeding practices

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Dianezi Gambardella

    1999-04-01

    Full Text Available Visando conhecer a prática alimentar de adolescentes, foi realizado inquérito alimentar com um grupo de 153 estudantes, de ambos os sexos, com idade média de 14,0 ± 1,5 anos, utilizando questionário auto-aplicado. Foi efetuada análise qualitativa das três principais refeições diárias, comparando-se com padrão estabelecido. Verificou-se que o desjejum foi consumido por 45% (44% meninos e 56% meninas, o almoço por 76% (36% meninos e 64% meninas e o jantar por 53% (40% meninos e 60% meninas. Observou-se que a constituição do jantar é basicamente, a mesma que a do almoço, notando-se porém a diminuição da ingestão de alimentos fonte de proteína e ferro, tais como a carne e o feijão, substituídos por alimentos fonte de proteína e cálcio (leite e derivados, o que remete a hipótese de que o lanche está tomando o lugar do jantar. O desjejum é a refeição mais negligenciada pelos adolescentes estudados. Faz-se necessário controlar a ingestão de alimentos entre as três refeições, pois esta poderá estar contribuindo de duas formas: favorecendo o consumo de nutrientes que poderiam estar deficientes ou, por outro lado, agravando quadros tais como obesidade entre outros.A study was carried out on a group of 153 students of both sexes, with an average age of 14.0 + 1.5 years, using a self-applied questionnaire, aiming to discover the feeding practices of adolescents. A qualitative analysis of the three main daily meals (breakfast, lunch and dinner in comparison with an established standard was made. It was found that 45% of the adolescents (44% boys and 56%, girls took breakfast. Lunch was taken by 76% of the adolescents (36% boys and 64% girls. With regard to dinner, taken by 53% (40% boys and 60% girls, it was found to be constituted, basically, of the same foodstuffs and/or preparations of their lunch, though with a reduction in food sources of protein and iron, such as meat and beans, replace by food sources of protein and

  14. Transtornos alimentares em alunas de nutrição do Rio Grande do Sul Eating disorders in female nutrition students in Rio Grande do Sul state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Ramos Kirsten

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar sintomas de transtornos alimentares em estudantes de Nutrição do sexo feminino em relação ao estado nutricional, à prática de atividade física e ao semestre cursado. MÉTODOS: Foi utilizado o Eating Attitudes Test-26 para verificar sintomas de transtornos alimentares em estudantes do curso de Nutrição de uma faculdade particular do Rio Grande do Sul. Foram coletados dados de peso e altura para a avaliação do estado nutricional, semestre cursado, prática de atividade física e dados demográficos. RESULTADOS: A amostra foi composta por 186 alunas. As entrevistadas, em sua maioria, apresentavam entre 21 e 25 anos de idade (50,0%, cor branca (93,5%, renda inferior a 10 salários-mínimos (66,0% e eram solteiras (91,0%. Os resultados do Eating Attitudes Test-26 demonstraram que 24,7% das estudantes apresentavam sintomas de transtornos alimentares. Cerca de 85,5% das estudantes da amostra eram eutróficas, 8,5% apresentavam algum grau de desnutrição e 6,0%, sobrepeso e/ou obesidade. Não houve significância estatística na comparação entre sintomas de transtornos alimentares com o estado nutricional (p=0,32, o semestre cursado (p=0,67 e com a prática de atividade física (p=0,12. CONCLUSÃO: Foi identificada alta proporção de sintomas de transtornos alimentares, porém sem significância estatística quando comparado com o estado nutricional, à atividade física e ao semestre cursado.OBJECTIVE: The objective of this study was to check for symptoms of eating disorders in female nutrition students in relation to their nutritional status, level of physical activity and academic semester. METHODS: The Eating Attitudes Test-26 was used to check for symptoms of eating disorders in nutrition students of a private college in Rio Grande do Sul, Brazil. The following data were collected: weight, height, academic semester, level of physical activity and demographic data. RESULTS: The sample consisted of 186 female

  15. A influência da televisão nos hábitos alimentares de crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Paula Carolina Barboni Dantas Nascimento

    2007-01-01

    Entre os fatores ambientais associados à obesidade encontra-se a intensa veiculação de propagandas de alimentos pela televisão que, na maioria, possuem alto valor calórico e baixo valor nutricional. O hábito de assistir televisão pode aumentar o consumo desses alimentos, além de promover o sedentarismo. Assim, os objetivos do presente estudo foram investigar: 1) a quantidade e a qualidade dos alimentos veiculados pela televisão; 2) o conteúdo das propagandas de alimentos, incluindo os apelos ...

  16. Hábitos alimentares de escolares adolescentes de Pelotas, Brasil Food habits of adolescent students from Pelotas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilda Borges Neutzling

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a frequência com que escolares adolescentes de Pelotas (RS estão seguindo as recomendações nacionais para uma alimentação saudável. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado a um estudo longitudinal em 2004, incluindo adolescentes de 13 e 14 anos matriculados em 32 escolas públicas de Pelotas (RS. A amostra incluiu 2.209 adolescentes. Para avaliação da frequência de consumo alimentar, foi utilizado questionário proposto pelo Instituto Nacional do Câncer. Foram construídos desfechos baseados nos dez passos para a alimentação saudável propostos pelo Ministério da Saúde do Brasil. RESULTADOS: Os hábitos alimentares saudáveis mais frequentes foram o consumo diário de feijão e leite, relatado por cerca de metade dos adolescentes. Quase metade dos jovens referiu ingerir batata frita e salgadinhos no máximo uma vez por semana. Verificou-se consumo adequado de alimentos conservados e enlatados em 44,6% dos adolescentes. Pouco menos da metade dos jovens (43,6% nunca colocava sal adicional na comida. Quanto ao consumo de doces e outros alimentos ricos em açúcar, constatou-se que aproximadamente um terço deles consumia bolos ou biscoitos no máximo duas vezes por semana. CONCLUSÃO: Verificou-se baixa frequência de hábitos alimentares saudáveis em todos os subgrupos estudados, sendo a frequência mais baixa entre jovens de maior nível socioeconômico e entre as meninas. O hábito alimentar que apresentou mais baixa frequência - 5,3% dos adolescentes - foi o consumo de frutas e verduras cinco ou mais vezes por dia. Políticas públicas de promoção da saúde voltadas à melhoria da alimentação e nutrição dos adolescentes são necessárias e urgentes.OBJECTIVE: This study aimed to describe the extent to which adolescent students living in Pelotas, Brazil, follow the national recommendations for healthy eating. METHODS: A cross-sectional study was undertaken in 2004, nested to a longitudinal project

  17. Adherencia al tratamiento nutricional en pacientes con diabetes mellitus tipo 2 que asisten a un programa educativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariela A. Carvajal

    2017-03-01

    Full Text Available El objetivo de este estudió fue evaluar la adherencia al tratamiento nutricional por medio de la hemoglobina glicosilada en pacientes con diabetes mellitus tipo 2 que asistieron a un programa educativo en diabetes en la ciudad de Guatemala, así como evaluar los principales factores que influyen en ella. Se realizó un estudio de tipo prospectivo, longitudinal, experimental, pareado de intervención no medicamentosa. Se utilizó la prueba de Morinsky-Green Levine para evaluar la adherencia al tratamiento nutricional, el cual consiste en cuatro preguntas de auto informe sobre la adherencia. La muestra estuvo conformada por 126 pacientes que recibieron una intervención educativa durante cinco meses. La metodología utilizada permitió analizar la adherencia al tratamiento por medio de la prueba de hemoglobina glicosilada, una encuesta de adherencia, evaluación del consumo por grupos de alimentos al inicio y al final. Uno de los principales hallazgos fue que los pacientes están convencidos que su plan nutricional les beneficia y les evitaría complicaciones. El apoyo familiar también juega un papel muy importante en la adherencia de estos pacientes al tratamiento nutricional. Los indicadores de adherencia que se encontraron más afectados son los relacionados al costo del plan de alimentación y la dificultad para seguirlo. Se concluye que es posible utilizar la hemoglobina glicosilada como un indicador efectivo de adherencia, ya que el porcentaje de pacientes con hemoglobina glicosilada controlada aumentó de un 50 a un 65.9% después de la intervención.

  18. SISTEMA DE VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL EM CRIANÇAS DE MINAS GERAIS, BRASIL: HISTÓRICO, COBERTURA E ESTADO NUTRICIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce Mara Diniz Xavier de Lima

    2014-04-01

    Full Text Available Food and nutrition are fundamental rights guaranteed to human consolidated in the Universal Declaration of Human Rights and in the Constitution and are basic requirements for the Health Promotion and Protection in Brazil this right is guided by the National Food and Nutrition and conduct surveillance issues related to this theme, the System food and Nutrition Surveillance (SISVAN was created in order to carry out the collection, processing and analysis of population groups on an ongoing basis in order to obtain a current diagnosis of food and nutrition situation and also their temporal trends , a process that began in 1968 and over time has been deepened. The present study aimed to lift the history SISVAN in Brazil and their situation in Minas Gerais and describe the nutritional status of children 0-5 years old accompanied by the system according to the W / A ratio and BMI / I. This was cross sectional study involving all children accompanied by SISVAN attended at primary health care in 2012 in the state of Minas Gerais, Brazil. Of the 469 265 children evaluated and monitored by Web - SISVAN according to the index weight x age, 3.8 % have low and very low weight for age, 87.3 % had normal weight and 8.8 % are with high weight for age. As for the other parameters, 7.5 % are malnourished, 60.3 % normal weight, 17.4% at risk of overweight and 14.8 % overweight. Therefore, we can say that the more nutritional deviation found in the population in 2012 was accompanied by overweight and obesity profile also already found in other studies. Thus, the majority of the population needs intervention through welfare programs and public health, as in tracing the nutritional profile of children of Minas Gerais, the data serves as input for the start of implementation of actions to promote health and baseline for monitoring trends of underweight and overweight in this group.

  19. Práticas alimentares na gravidez: um estudo com gestantes e puérperas de um complexo de favelas do Rio de Janeiro (RJ, Brasil Eating practices during pregnancy: a study of low-income pregnant and postpartum women in Rio de Janeiro (RJ, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Ribeiro Baião

    2010-10-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo analisar as práticas alimentares durante a gestação relatadas por mulheres grávidas e puérperas, moradoras em um complexo de favelas do município do Rio de Janeiro. Optou-se por uma pesquisa de base interpretativa, na qual se utilizou entrevista semiestruturada e análise de conteúdo em sua vertente temática. Foram incluídas 18 gestantes e oito puérperas (n=26, sendo sete adolescentes e 19 adultas; primíparas e multíparas. Para as mulheres, comer e assistir à televisão, comer fora de casa e comer com parentes e amigos no fim de semana eram formas de associar lazer à comida, aumentando o prazer por ela. A renda foi apontada como a principal barreira para o consumo de alimentos saudáveis, que era prioridade das crianças. Por esses motivos, leite, verduras, legumes e frutas eram pouco consumidos. A dieta era composta basicamente por arroz, feijão e frango. Houve preferência por "besteiras". As mulheres estavam submetidas a uma alimentação monótona. Ressalta-se a importância da compreensão e valorização das questões socioculturais e econômicas que influenciam as práticas alimentares, a fim de que a orientação alimentar e nutricional, visando à alimentação saudável, possa ser negociada e ajustada às necessidades e à subjetividade das mulheres grávidas.This study aimed to analyze the self-reported eating practices of pregnant and postpartum women living in a group of slum communities in the city of Rio de Janeiro, RJ, Brazil. The interpretative methodology used a semi-structured interview and thematic content analysis. The sample (n=26 consisted of 18 pregnant and 8 postpartum women, of whom 7 were adolescents and 19 adults, including both primiparous and multiparous subjects. According to these women, eating while watching television, eating out, and eating with relatives and friends on weekends were forms of associating leisure-time activities with food, thus increasing their pleasure

  20. Consumo, acesso e sociabilidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nestor García Canclini

    2010-01-01

    Full Text Available Este artigo é uma adaptação, feita pelo autor, da palestra de abertura que iria realizar no 3º Encontro ESPM de Comunicação e Marketing – participação impossibilitada pela epidemia globalizada.   Entendendo o consumo como um cenário de disputas entre as determinações da esfera da produção e os diferentes modos de apropriação social dos bens e serviços, o autor argumenta que as transformações na produção cultural e no acesso à cultura trazidas pela industrialização, globalização e digitalização, se mostram mais claramente no comportamento dos jovens. Tomando como laboratório a Cidade do México durante o período mais agudo de quarentena, Canclini reflete sobre o papel da escola diante dos meios de comunicação, as políticas públicas de inclusão digital e a importância da sociabilidade em nossas vidas.

  1. Consumo de nutrientes, comportamento ingestivo, caracterÃsticas de carcaÃa e de componetes nÃo-carcaÃa de ovinos Santa Ines alimentados com diferentes nÃveis energÃticos

    OpenAIRE

    Rildson Melo Fontenele

    2010-01-01

    Objetivou-se com o presente estudo avaliar o consumo de nutrientes, comportamento ingestivo, ganho mÃdio diÃrio de peso (GMD), conversÃo alimentar (CA), eficiÃncia alimentar (EA), caracterÃsticas de carcaÃa, cortes comerciais, categorias de cortes comerciais, peso dos ÃrgÃos internos, conteÃdo e compartimentos gastrintestinais, peso e rendimento da buchada e panelada de ovinos Santa InÃs em crescimento, alimentados com diferentes nÃveis de energia metabolizÃvel (EM). Utilizaram-se 20 animais ...

  2. Estado nutricional, adherencia al tratamiento nutricional y redes de apoyo en personas con VIH

    OpenAIRE

    Roncoroni Stabile, María Emilia

    2013-01-01

    Determinar el estado nutricional y la adherencia al tratamiento nutricional y el rol que cumplen las redes sociales de apoyo en pacientes VIH positivos que asisten a una red de personas con VIH/SIDA en la ciudad de Mar del Plata en el año 2013. Materiales y Métodos: Investigación de tipo cuantitativa descriptiva de corte trasversal. Un total de 100 personas de ambos sexos que asisten a una red de personas con VIH/SIDA completaron una encuesta con información sociodemográfica y alimentaria ...

  3. Determinantes do consumo de frutas e hortaliças em adolescentes por regressão quantílica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Schein Bigio

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o consumo de frutas, legumes e verduras (FLV de adolescentes e identificar fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com amostra representativa de 812 adolescentes de ambos os sexos de São Paulo, SP, em 2003. O consumo alimentar foi medido pelo recordatório alimentar de 24 horas. O consumo de FLV foi descrito em percentis e para investigar a associação entre a ingestão de FLV e variáveis explanatórias; foram utilizados modelos de regressão quantílica. RESULTADOS: Dos adolescentes entrevistados, 6,4% consumiram a recomendação mínima de 400 g/dia de FLV e 22% não consumiram nenhum tipo de FLV. Nos modelos de regressão quantílica, ajustados pelo consumo energético, faixa etária e sexo, a renda domiciliar per capita e a escolaridade do chefe de família associaram-se positivamente ao consumo de FLV, enquanto o hábito de fumar associou-se negativamente. Renda associou-se significativamente aos menores percentis de ingestão (p20 ao p55; tabagismo aos percentis intermediários (p45 ao p75 e escolaridade do chefe de família aos percentis finais de consumo de FLV (p70 ao p95. CONCLUSÕES: O consumo de FLV por adolescentes paulistanos mostrou-se abaixo das recomendações do Ministério da Saúde e é influenciado pela renda domiciliar per capita, pela escolaridade do chefe de família e pelo hábito de fumar.

  4. Educação nutricional em serviços públicos de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Faber Boog

    Full Text Available Este estudo objetivou discutir a implementação de atividades de educação nutricional em serviços públicos de saúde, valendo-se da visão de médicos e enfermeiros que atuam nesses serviços. A pesquisa foi desenvolvida em Campinas, Estado de São Paulo, Brasil, entre outubro de 1993 e julho de 1995, utilizando-se o método da pesquisa-ação. Os resultados descrevem a construção do saber sobre nutrição através das instituições formadoras e profissionais; a conduta adotada em face dos problemas relativos à alimentação no cotidiano profissional em contraposição ao enfrentamento dos mesmos no cotidiano pessoal; a contradição existente entre a aparente banalidade do ato da alimentação em contraposição à complexidade dos problemas alimentares; a trajetória entre a aceitação do trabalho e incorporação das ações de educação nutricional e a efetiva institucionalização dos mesmos; a visão dos profissionais diante de situações que permeiam a implementação das ações nesse campo. As conclusões referem-se à necessidade de implementação de atividades de educação nutricional nos serviços de saúde, às dificuldades dos profissionais para abordar problemas relativos à nutrição e à necessidade de discutir o ensino de nutrição nos cursos da área da saúde.

  5. Disfagia y estado nutricional en ancianos institucionalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Esmeralda Carrillo Prieto

    Full Text Available La disfagia es un síndrome geriátrico por su alta prevalencia en ancianos (mayor en la población institucionalizada que favorece la desnutrición y compromete la seguridad, debido al riesgo de aspiración de alimentos. Objetivos: Conocer el estado nutricional de los ancianos institucionalizados que presentan disfagia, residentes en instituciones sociosanitarias de carácter público de la provincia de Toledo. Metodología: Estudio descriptivo y transversal (enero-febrero 2015. Población de estudio: personas de 65 años o más, residentes en instituciones sociosanitarias públicas de Toledo con disfagia. Criterios de exclusión: nutrición enteral o parenteral y situación terminal. Variables: edad, sexo, valoración antropométrica, dieta, restricciones dietéticas, suplemento nutricional y estado nutricional con Mini Nutritional Assessment (MNA. Resultados: Un total de 33 ancianos. Media de edad: 86,73 años (DT 7,74. Mujeres: 84,84%. MNA medio: 13,85 (DT = 3,5, riesgo de desnutrición: 18,18% y desnutrición: 78,78%. IMC: bajo peso 36,36%. Un 51,51% no sabe si ha perdido peso, un 96,97% con deterioro cognitivo, un 81,82% toma 4 fármacos o más, un 39,4% toma menos de 3 comidas diarias completas, un 27,27% toma frutas o verduras menos de 2 veces al día, un 78,79% menos de 6 vasos de líquidos al día. Un 90,9% solo movilidad cama-sillón y un 78,79% necesita ayuda para alimentarse. Dieta túrmix: 90,9%, sin restricciones dietéticas: 84,84%. Sin suplementos nutricionales: 75,75%. Diferencias estadísticamente significativas: MNA-independencia en movilidad (p = 0,008, MNA-problemas neuropsicológicos (p = 0,01, MNA-independencia en alimentación (p = 0,001 y MNA-suplementos nutricionales (p = 0,028. MNA-polimedicación: tendencia a sufrir desnutrición (p = 0,903. Conclusiones: En la valoración nutricional de la población mayor institucionalizada con disfagia se concluye la existencia de una gran proporción de ancianos con un estado

  6. Mudanças na composição e adequação nutricional da dieta familiar nas áreas metropolitanas do Brasil (1988-1996 Secular changes in dietary patterns in the metropolitan areas of Brazil (1988-1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Monteiro

    2000-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Atualizar a tendência secular (1962-1988 da composição e da adequação nutricional da dieta familiar praticada nas áreas metropolitanas do Brasil, com base em nova pesquisa sobre orçamentos familiares realizada em meados da década de 90. MÉTODOS: Utilizaram-se como fontes de dados as pesquisas sobre orçamentos familiares (POF da Fundação IBGE, realizadas entre março de 1987 e fevereiro de 1988 (13.611 domicílios e entre outubro de 1995 e setembro de 1996 (16.014 domicílios, tendo ambas como universo de estudo as áreas metropolitanas do Brasil. Nas duas pesquisas chegou-se à disponibilidade domiciliar diária per capita de alimentos, dividindo-se o total de alimentos adquiridos no mês pelo número de pessoas residentes no domicílio e pelo número de dias do mês. O padrão alimentar foi caracterizado com base na participação relativa de grupos selecionados de alimentos e de nutrientes na disponibilidade calórica total. A comparação entre as duas pesquisas levou em conta o conjunto das áreas metropolitanas do País e estratos dessas áreas correspondentes às regiões menos desenvolvidas (Norte e Nordeste e mais desenvolvidas (Centro-Oeste, Sudeste e Sul. RESULTADOS: Observou-se intensificação do consumo relativo de carnes, de leites e de seus derivados (exceto manteiga em todas as áreas metropolitanas, enquanto o consumo de ovos passou a declinar, sobretudo no Centro-Sul do País. Leguminosas, raízes e tubérculos prosseguiram sua trajetória descendente, mas cereais e derivados tenderam a se estabilizar no Centro-Sul ou mesmo a se elevar ligeiramente no Norte-Nordeste. A participação relativa de açúcar refinado e refrigerantes cresceu em todas as áreas, sendo que a participação de óleos e gorduras vegetais manteve-se constante no Norte-Nordeste e declinou intensamente no Centro-Sul. CONCLUSÕES: A tendência ascendente da participação relativa de lipídios na dieta do Norte e do Nordeste, o aumento

  7. Impacto de uma intervenção nutricional em pacientes adultos portadores de síndrome metabólica atendidos no Ambulatório de Nutrição do Hospital Escola/UFPel

    OpenAIRE

    Duval, Patrícia Abrantes

    2011-01-01

    A Síndrome Metabólica (SM) é um importante fator de risco independente para o desenvolvimento de Diabetes Mellitus tipo 2 e doença cardiovascular, sendo atribuído principalmente à presença de resistência à insulina. O rápido crescimento da SM tem sido atribuído às alterações do estilo de vida, principalmente, hábitos alimentares inadequados e sedentarismo. Os objetivos do estudo são avaliar o impacto de uma intervenção nutricional realizada em pacientes adultos portadores de Síndrome Metab...

  8. Consumo de nutrientes em adultos e idosos em estudo de base populacional: Projeto Bambuí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristine Souza Lopes

    Full Text Available Inquérito alimentar populacional em amostra aleatória de 550 indivíduos > ou = 18 anos, realizado em Bambuí, Minas Gerais, Brasil, utilizando o Questionário Semiquantitativo de Freqüência Alimentar e recordatório 24 horas calibrados pela técnica de regressão linear. A análise constou de comparação de médias, teste de qui-quadrado e razão de adequação do nutriente (RAN-adequada: 90,0-110,0%. Foi baixo o percentual da população que apresentou RAN de acordo com o recomendado para consumo de carboidratos (2,4%, proteínas (17,6%, vitaminas (0,0-5,1% e minerais (0-21,1%. Diferenças de acordo com sexo e idade foram encontradas: 90,2% e 91,8% de mulheres apresentaram baixo consumo de ferro e vitamina B6, respectivamente. Ao contrário, 87,7% dos homens relataram consumo excessivo de ferro, 80,3% de fósforo e 11,9% de colesterol. Quanto à idade, 64,3% de idosos (> 60 anos relataram baixa ingestão protéica e 39,3% apresentavam inadequação das frações lipídicas; sendo que 35,7% informaram consumo excessivo de ácidos graxos saturados. Dos adultos (18-59 anos, 67,8% relataram excessivo consumo protéico e 53,4% ingestão insuficiente de ferro. Alto e inadequado consumo de lipídios e baixa ingestão de fibras, vitaminas e minerais, constituem problema importante de saúde pública por possivelmente contribuir para o aumento das doenças crônicas não transmissíveis.

  9. Evaluación de la seguridad alimentaria y nutricional en familias del distrito de los morochucos en Ayacucho, Perú

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susan Pillaca

    Full Text Available Objetivos. Evaluar la seguridad alimentaria y nutricional en familias del distrito Los Morochucos en Ayacucho, Perú. Materiales y métodos. Estudio basado en interpretación de la información disponible de fuentes oficiales y de encuestas realizadas para levantar la información no registrada en ellas. El muestreo fue estratificado y bietapico considerando 128 familias con al menos un niño menor de 12 años. Las variables fueron el nivel de seguridad alimentaria, percepción familiar sobre su situación de disponibilidad y acceso de sus alimentos, lactancia materna exclusiva, alimentación durante episodios de diarrea, frecuencia de consumo de alimentos, consumo de agua segura, lavado de manos, servicios higiénicos adecuados, estabilidad en el suministro de alimentos, estado nutricional y de salud, desnutrición crónica, anemia y parasitosis en niños de 6 meses a tres años. Resultados. El 39,1% de familias tiene seguridad alimentaria, 37,5% inseguridad alimentaria sin hambre, 18,8% inseguridad alimentaria con hambre, y 4,7% inseguridad alimentaria con hambre severa. Tienen aceptable consumo de calorías, pero no tienen una dieta balanceada. No cuentan con agua clorada. Durante los episodios de diarrea, 72% de madres alimenta al niño con mates o caldos. Se perdieron gran cantidad de sus cosechas el año 2011. Los niños de 6 meses a tres años presentan 34,5% de desnutrición crónica, 42,4% de anemia y 61,6% parasitosis. Conclusiones. La inseguridad alimentaria y nutricional en este distrito de Ayacucho es considerable debiéndose priorizar la ejecución de proyectos de inversión con el fin de contribuir el desarrollo de la comunidad

  10. Nutritonal evaluation of pemphigus foliaceus patients on long term glucocorticoid therapy Avaliação do estado nutricional de pacientes com pênfigo foliáceo sob corticoterapia prolongada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Ferreira da CUNHA

    2000-02-01

    Full Text Available Our objective was to compare food intake and nutritional status of Pemphigus Foliaceus patients (PG on long term glucocorticoid therapy to a Control Group (CG. Fourteen PG female inpatients receiving prednisone (0.33 ± 0.22mg/kg for at least 12 months and twelve CG subjects were submitted to nutritional evaluation, including anthropometry, urinary creatinine determination and serum biochemical measurements, besides 48-h-based food intake records. Groups were compared by Chi-square, Mann-Whitney and "t" tests. PG patients and CG were paired, respectively, in relation to age (24.7 ± 14.1 vs. 22.0 ± 12.0 years, body mass index (25.8 ± 6.4 vs. 24.0 ± 5.6kg/m2, daily protein intake (132.9 ± 49.8 vs. 95.2 ± 58.9g, and serum albumin (median; range (3.8; 3.5-4.1 vs. 3.8; 3.6-5.0g/dl. However, PG patients had lower height-creatinine index (64.8 ± 17.6 vs. 90.1 ± 33.4%, and higher daily energy (3080 ± 1099 vs. 2187 ± 702kcal and carbohydrate (376.8 ± 135.8 vs. 242.0 ± 80.7g intakes. Despite high food, protein and energy consumption, PG patients on long term glucocorticoid therapy had lower body muscle mass than controls, while showing high body fat stores. These findings are possibly related to combined metabolic effects of long term corticotherapy and inflammatory disease plus corticosteroid-induced increased appetite.O objetivo deste trabalho foi comparar o estado nutricional e dados de ingestão alimentar de pacientes com Pênfigo Foliáceo (PF, n=14 sob corticoterapia prolongada (prednisona, 0,33 ± 0,22mg/kg/dia há mais de 12 meses com um Grupo Controle (GC, n=12. A avaliação constou de inquérito alimentar de 48 horas, antropometria e determinação de creatinina urinária de 24h e albumina sérica. Os grupos PF e GC foram pareados, respectivamente, quanto à idade (24,7 ± 14,1 vs 22,0 ± 12,0 anos, índice de massa corporal (25,8 ± 6,4 vs 24,0 ± 5,6kg/m2, ingestão diária de proteína (132,9 ± 49,8 vs 95,2 ± 58,9g e albumina s

  11. Estado nutricional en niños preescolares que asisten a un jardín de infancia público en Valencia, Venezuela

    OpenAIRE

    del Real, Sara Irene; Sánchez Jaeger, Armando; Barón, María Adela; Díaz, Nayka; Solano, Liseti; Velásquez, Emma; López, Jesús

    2007-01-01

    RESUMEN: A fin de evaluar el estado nutricional en un grupo de preescolares que asisten a un jardín de infancia público en Valencia, Venezuela (2002), se indagó el estrato social, las variables antropométricas; peso, talla y circunferencia del brazo, la hemoglobina, el retinol sérico, la presencia de parasitosis y el consumo de alimentos, así como el nivel educativo materno. Se utilizó el programa SPSS versión 11.0 y las pruebas t de Student, ANOVA de una vía, Post Hoc de Bonferroni y Fisher ...

  12. Avaliação da eficiência nutricional e economica de dietas para papagaios verdadeiros (Amazona aestiva) em cativeiro

    OpenAIRE

    Sousa, Lucio de Oliveira e [UNESP

    2016-01-01

    O papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), pertencente à família Psittacidae, é uma ave que ocorre em toda a América do Sul, sendo considerado uma das aves mais comuns do Brasil. Pouco se conhece sobre a nutrição dos psitacídeos, e no caso dos papagaios a alimentação em cativeiro tem sido feita de maneira empírica, baseando na sua preferência e nos hábitos alimentares na natureza. O estudo envolveu ensaio de metabolismo com o objetivo de determinar o consumo voluntário e o aproveitamento dos nu...

  13. Estado nutricional e distribuição de gordura corporal em crianças e adolescentes com Fibrose Cística

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célia Regina Moutinho de Miranda Chaves

    2015-11-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é avaliar o estado nutricional e a distribuição da gordura corporal em crianças e adolescentes com fibrose cística. Foram realizadas avaliação da distribuição de gordura corporal por meio da absorciometria de duplo feixe de energia, do estado nutricional por estatura/idade e índice de massa corporal/idade e a ingestão dietética pelo recordatório alimentar de 24horas, em 56 pacientes com idade entre 8 e 18 anos. Aproximadamente 50% da amostra apresentou estado nutricional adequado. A maioria apresentou a ingestão calórica e de lipídios inadequadas. O IMC/I foi o indicador nutricional que melhor evidenciou o aumento do percentual de gordura do tronco, razão androide/ginecoide e razão gordura tronco/gordura total. Os pacientes com Insuficiência Pancreática e os eutróficos apresentaram razão mediana androide/ginecoide maior. O aumento da adiposidade abdominal foi evidenciado pela DXA. O IMC/I não identificou a diminuição da massa magra corporal, mas quando aumentado foi significativo para adiposidade abdominal. Pacientes com fibrose cística devem associar a avaliação antropométrica à composição corporal e à distribuição de gordura corporal para um diagnóstico mais precoce de desnutrição e fatores de risco cardiometabólico.

  14. Valor nutricional de cogumelos cultivados no Brasil.

    OpenAIRE

    Regina Prado Zanes Furlani

    2004-01-01

    Resumo: Muito pouco se sabe a respeito da qualidade dos cogumelos comestíveis cultivados no Brasil, especialmente com respeito ao valor nutricional. Por esse fato e também pelo constante interesse do consumidor em fontes naturais de vitaminas, o presente trabalho avaliou metodologias para determinação de vitaminas B1, B2, B6, B12, H e PP e desenvolveu e validou metodologia analítica para determinação simultânea de vitaminas B1 e B2 em cogumelos. Também foi realizada a determinação de vitamina...

  15. O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR DE ÁGUA MINERAL: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO SOBRE AS VARIÁVEIS QUE INFLUENCIAM O CONSUMO.

    OpenAIRE

    Anonymous

    2006-01-01

    A água mineral foi o produto que mais apresentou crescimento em consumo entre as famílias brasileiras nos últimos trinta anos, ultrapassando 0,320 litros per capita/ano em 1974/1975 e alcançando a marca de 18,541 litros em 2002/2003. Dentre os produtos de maior consumo alimentar, somente o leite fica à frente da água mineral. No âmbito mundial, o consumo de água envasada deverá continuar crescendo nos próximos anos, passando de um volume de 155 bilhões de litros em 2003 para 206 bilhões em 20...

  16. Evolução nutricional de crianças hospitalizadas e sob acompanhamento nutricional Nutritional evolution of hospitalized children who were under nutritional orientation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Flávia de Oliveira

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Este estudo teve como finalidade avaliar a evolução nutricional de crianças hospitalizadas com doenças infecciosas, que estiveram sob acompanhamento nutricional. MÉTODOS: Foram estudadas 125 crianças com idade de 6 a 36 meses de vida, admitidas na enfermaria de infectologia pediátrica do Hospital São Paulo, durante o período de Março de 2001 a Dezembro de 2002. As avaliações do estado nutricional e da ingestão energética basearam-se nos dados obtidos em inquéritos alimentares e medições antropométricas. RESULTADOS: Das crianças avaliadas, 67 eram do sexo masculino (53,6%; a mediana de idade foi 17 meses e o tempo médio de internação, dez dias. Na época da admissão, 24,8% das crianças estavam desnutridas enquanto 10,0% delas apresentavam sobrepeso e obesidade. Prevaleceu o diagnóstico de doenças agudas (69,6%. Realizaram terapia nutricional 21,6% das crianças, sendo que destas, 81,5% receberam terapia nutricional via oral. O grupo de desnutridos teve melhora significativa do escore-Z de peso para estatura-Z peso/estatura (p=0,001; o grupo de eutróficos não teve alteração significativa de escore-Z peso/estatura (p=0,651 e o grupo com sobrepeso/obesos teve redução significativa do escore-Z peso/estatura (p=0,026. Não houve associação significativa entre realização de terapia nutricional e melhora do estado nutricional (p=0,37. A melhora doescore-Z peso/estatura esteve relacionada à ingestão de energia maior que a recomendação normal para a idade (pOBJECTIVE: This study aimed at evaluating the nutritional evolution of hospitalized children with infectious diseases, who were put under nutritional orientation. METHODS: Evaluate the effect of therapeutic nutritional orientation on 125 children between 6 and 36 months of age, who were admitted at the Pediatric Infectology Ward of the Hospital São Paulo, São Paulo, Brazil, between March 2001 and December 2002. The evaluations of nutritional status

  17. ATIVIDADE DE DETERRÊNCIA ALIMENTAR DO ÓLEO ESSENCIAL DE LARANJA AMARGA SOBRE Helicoverpa armigera HÜBNER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Luiz de Souza Lima

    2017-01-01

    Full Text Available Diversas plantas possuem compostos secundários com propriedades inseticidas e o óleo essencial de laranja amarga mostra-se com grande potencial para o controle de pragas. Recentemente, foi registrada no Brasil a espécie Helicoverpa armigera, uma das maiores pragas da agricultura mundial. Tendo em vista a falta de métodos alternativos aos inseticidas para o controle dessa praga, o objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos do óleo essencial de laranja amarga sobre H. armigera. Foi realizado um teste de escolha para avaliar a atividade deterrente. Folhas de tomate foram imersas em soluções contendo óleo de laranja amarga em três concentrações (1, 10 e 100 mg L-1. As folhas tratadas com óleo e folhas não tratadas foram oferecidas à lagartas de segunda instar e após 24h foi calculado o índice de deterrência alimentar (IDA. A concentração de 1 mg L-1 apresentou 71% de deterrência alimentar. Porém as concentrações de 10 e 100 mg L-1 causaram fitotoxidez às folhas de tomate, inviabilizando o consumo pelas lagartas e a estimativa do IDA. Novos testes devem ser realizados com concentrações menores para evitar a fitotoxidez.

  18. AS CADEIAS CURTAS DAS FEIRAS COLONIAIS E AGROECOLÓGICAS: AUTOCONSUMO E SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Pozzebon

    2018-01-01

    Full Text Available This paper analyzes the extent to which colonial and agro-ecology fairs in the city of Chapecó, State of Santa Catarina (SC, Brazil, allow the self-consumption of farming families and hence its contribution to the aspects related to their food and nutrition security (SAN. The study is justified by the contributions they can make the safety actions and policies food and nutrition and rural development. This is a cross-sectional and descriptive study with a qualitative approach, using quantitative methods to express the results. This study was carried out with seven farmers marketing in three agricultural fairs in Chapecó. Data were collected from December 2014 to January 2015 using semi-structured interviews and data analysis with descriptive statistics and content analysis. Results show that the self-consumption is recurrent practice among farmers fair dealers. Thus, it is concluded that the farmers’ families follow the food and nutrition security parameters, practicing the self-consumption with easy access to quality and diverse food in sufficient quantity to the family. At the same time, the agricultural fairs proved to be an important strategy for generating income.

  19. Dietary recommendations: comparing dietary guidelines from Brazil and the United States Recomendações dietéticas: comparação entre os guias alimentares brasileiro e americano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Sichieri

    2010-11-01

    Full Text Available The Brazilian dietary guidelines are based in part on mainstream United States' recommendations, in spite of the criticisms and shortcomings of the American guidelines. In this paper, Brazilian food guidelines are summarized and discussed in comparison with the USA recommendations. American and Brazilian dietary recommendations are quite similar in many aspects, particularly those related to variety in the diet, the importance of physical activity and weight management. Different to American guidelines, those from Brazil advise people to choose fresh foods, to prefer healthier types of fat, to limit trans fat intake and to eat good sources of protein, but does not recommend the consumption of whole grains. Besides the challenges related to their implementation, indicators for the evaluation of the effectiveness of these guidelines should be established from the beginning, particularly those related to changes in dietary habits and the prevalence of obesity.O guia alimentar brasileiro é baseado parcialmente nas recomendações americanas a despeito das críticas e problemas identificados no documento dos Estados Unidos. Neste artigo, as recomendações alimentares para o Brasil são resumidas e discutidas em comparação com as recomendações estadunidenses. Os guias alimentares brasileiro e americano são bastante similares em diversos aspectos, particularmente aqueles relacionados com a variação da dieta, a importância da atividade física e o gerenciamento do peso. Diferentemente dos Estados Unidos, o guia brasileiro estimula o consumo de alimentos frescos, aconselha o uso de fontes saudáveis de gorduras, a limitação do consumo de gordura trans, o consumo de boas fontes de proteínas, mas não indica o consumo de grãos integrais. Além dos desafios relacionados com a sua implantação, os indicadores para a avaliação da eficácia dos guias alimentares devem ser estabelecidos desde sua implantação, particularmente, os relacionados

  20. Avaliação nutricional de um grupo de adolescentes Nutritional evaluation in an adolescent group

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Idalina Regla Carolino

    2005-03-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi avaliar o estado nutricional, conhecer os hábitos alimentares e traçar o perfil lipídico de um grupo de adolescentes. Foram efetuadas entrevistas e consultas médicas, preenchidos questionários de dados pessoais e feitos registros alimentares de 24 horas e coletas de amostras de sangue para dosagem de colesterol e triglicerídeos. Participaram 57 adolescentes, dos quais 23% apresentaram baixo peso, 67%, peso normal e 10%, sobrepeso ou obesidade. O colesterol total estava adequado em 93% e os triglicerídeos em 94%. Quanto aos hábitos alimentares, 86% tomavam desjejum, o almoço era adequado em 86% e o jantar em 67% e a substituição dessas refeições por lanche ocorreu em 26%. A ingestão calórica diária estava, na maioria dos adolescentes, abaixo do recomendado com maior ingestão de glicídeos e menor ingestão de lipídeos. Observou-se que os adolescentes necessitam de orientações quanto a hábitos alimentares saudáveisThe objective of this study was to evaluate the nutritional condition, to know their alimentary habits and the lipid plasma profile. An interview and a medical examination were performed, as well as a questionnaire of personal data, 24 hour dietary records and samples of blood were collected for cholesterol and triglycerides dosage. 57 adolescents were involved in the research. 23% had low weight, 67% normal weight and 10% overweight or obesity. The total cholesterol was appropriate in 93% and the triglycerides in 94%. As for the alimentary habits, 86% of the adolescents have breakfast, 86% have lunch and 67% dinner, but 26% have snacks at lunch or dinner time. The daily caloric ingestion found in most of the adolescents is below recommended with larger carbohydrate ingestion and smaller fat ingestion. The study showed that adolescents need orientation about healthy alimentary habits

  1. Padroes alimentares de criancas menores de cinco anos de idade residentes na capital e em municipios da Bahia, Brasil, 1996 e 1999/2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Maria Alvim de Matos

    2014-01-01

    Full Text Available Estudo transversal com 3.817 pré-escolares, 1.770 residentes em Salvador, Bahia, Brasil, e 2.047 nas áreas urbana e rural de 10 municípios baianos. Utilizou-se recordatório de 24 horas (R24h e empregou-se análise fatorial por componentes principais com objetivo de identificar e comparar os principais padrões alimentares dessas crianças. Estratificou-se a amostra por idade e área. Antes dos seis meses de vida o leite materno compôs o 2o e 3o padrões com carga positiva para crianças dos dez municípios. Para menores de 17 meses, o padrão 1 foi caracterizado por leite de vaca, farinhas e açúcares. Em áreas urbanas, pão/biscoito, arroz, feijão e carne integraram o padrão 2 aos 6-17 meses. Aos 18-23 meses, o padrão 1 apresentou carga negativa para açúcares, leite de vaca e farinhas, exceto na área rural. Frutas não fizeram parte do padrão 1 no grupo de 24 meses e mais. Observou-se baixo consumo de leite materno e pouca variação de frutas e legumes a partir dos seis meses. Tal perfil de consumo alimentar indica a necessidade de intervenções cada vez mais precoces para promoção de hábitos alimentares saudáveis.

  2. Nutritional treatment of eating disorders

    OpenAIRE

    Latterza, Andréa Romero; Dunker, Karin Louise Lenz; Scagliusi, Fernanda Baeza; Kemen, Elisa

    2004-01-01

    Pacientes com transtornos alimentares possuem inadequações profundas no consumo, padrão e comportamento alimentar, além de diversas crenças equivocadas sobre alimentação, o que geralmente acarreta piora do estado nutricional. O tratamento nutricional visa a reverter tais alterações e promover hábitos alimentares saudáveis e melhor relação para com o alimento. Os objetivos e características do tratamento diferem para a anorexia nervosa e a bulimia nervosa, contudo, usualmente, a abordagem é di...

  3. Desordens alimentares e perfeccionismo: um estudo com atletas portugueses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rui Gomes

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho analisa a relação entre desordens alimentares e tendência para o perfeccionismo no desporto. Participaram no estudo 299 atletas a competirem nas principais divisões de diferentes modalidades. Foi aplicado um protocolo de avaliação com o Questionário de Avaliação das Desordens Alimentares (Fairburn & Beglin, 1994 e a Escala Multidimensional de Perfeccionismo no Desporto (Dunn et alii, 2006. Aplicaram-se procedimentos de análise de variância multivariada (Manovas e análises de regressão hierárquica no tratamento dos dados. Dois resultados devem ser salientados: i atletas mais novos e atletas com maior tendência para as desordens alimentares evidenciaram maior perfeccionismo; ii a dimensão de preocupação com os erros foi a principal variável preditora das desordens alimentares. Concluindo, observou-se uma relação entre a tendência para as desordens alimentares e a orientação para a exigência pessoal e preocupação com os erros por parte dos atletas

  4. Hábito alimentar de escolares adolescentes de um município do oeste do Paraná Food habits of adolescent students from a municipality in western Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Cristina Dalla Costa

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo objetivou identificar o padrão de consumo alimentar de 2562 escolares de 14 a 19 anos das escolas urbanas, públicas e particulares, do município de Toledo, Paraná, bem como os fatores associados à classe econômica e ao sexo. MÉTODOS: Para caracterizar o consumo alimentar utilizou-se Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar validado. A análise estatística foi realizada seguindo os grupos da pirâmide alimentar, e as associações das variáveis foram realizadas pelo teste Qui-quadrado com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Os alimentos que apresentaram maior consumo em cada grupo foram: pão e arroz, alface e tomate, banana e laranja, leite integral e desnatado, carne de gado e frango, feijão, margarina e maionese, açúcar e balas/doces. A associação da freqüência de consumo com a renda familiar foi significante entre os mais pobres para os grupos dos pães, cereais, raízes e tubérculos, das leguminosas e dos óleos e gorduras. Entre os mais ricos encontram-se os grupos das hortaliças, das frutas, dos leites e produtos lácteos. Quanto ao sexo, as meninas consomem mais alimentos dos grupos das hortaliças e dos açúcares e doces, já entre os meninos prevalece o consumo de leite, leguminosas, óleos e gorduras. CONCLUSÃO: Esses resultados mostram diferença de consumo entre os sexos e sugerem que a renda famíliar associa-se ao consumo alimentar dos escolares.OBJECTIVE: The objective of this study was to identify the food intake patterns of 2562 students aging from 14 to 19 years from public and private schools of the municipality of Toledo, Paraná, Brazil. Associations between intake patterns and gender and intake patterns and social class were also investigated. METHODS: A validated food frequency questionnaire was used to characterize food intake. Statistical analysis was based on the food guide pyramid and the variables associated with the chi-square test, using a significance

  5. Avaliação da ingestão nutricional em atletas de elite na modalidade de hóquei em patins

    OpenAIRE

    Camões, Miguel

    2004-01-01

    Este estudo pretendeu avaliar a ingestão nutricional durante o ciclo competitivo e as características antropométricas de 10 atletas séniores de hóquei em patins do sexo masculino. A ingestão foi avaliada através de registos alimentares de quatro dias consecutivos: dois pré-competitivos, o dia da competição e o dia posterior à mesma. A conversão em nutrimentos efectuou-se no programa Microdiet Plus versão 1.1., completada, quando necessário, com dados da Tabela de Composição de Alimentos Portu...

  6. HORTA ESCOLAR AGROECOLÓGICA: INCENTIVADORA DA APRENDIZAGEM E DE MUDANÇAS DE HÁBITOS ALIMENTARES NO ENSINO FUNDAMENTAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Jeane Dantas dos Santos

    2014-09-01

    Full Text Available A horta é um laboratório vivo disponível a diferentes atividades didáticas. A sua instalação em ambientes escolares proporciona um conjunto de vantagens à comunidade escolar, como a abordagem de temas relacionados à educação ambiental e educação para a saúde através dos aspectos nutricional e alimentar. Com o objetivo de avaliar a sua ação como instrumento motivador do processo ensino-aprendizagem, de sensibilização socioambiental e de conscientização às mudanças de hábitos alimentares de alunos do Ensino Fundamental II, foi implantada, no ano letivo de 2012, uma horta escolar de base agroecológica na Escola Municipal de Ensino Tertuliano Pereira de Araújo, na zona rural do município de Picuí, PB. As atividades laborais na horta escolar contribuíram à melhoria no processo ensino-aprendizagem em virtude de maior interdisciplinaridade, maior espírito coletivo entre os discentes e recrudescimento de qualidades superiores como a solidariedade. As atividades na horta escolar contribuíram para elevar a conscientização dos alunos sobre os problemas ambientais e permitiu a compreensão do que seja sustentabilidade. Os alunos perceberam a importância do uso das hortaliças como alimento saudável e modificaram o hábito alimentar após conduzirem as atividades na horta escolar e usufruírem das hortaliças na merenda escolar.

  7. Estado nutricional y aspectos alimentarios de mujeres indígenas del departamento de Presidente Hayes, Paraguay

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Echagüe

    2015-12-01

    Full Text Available Introducción: Las comunidades indígenas presentan un mayor riesgo de inseguridad alimentaria y malnutrición, menor disponibilidad de recursos, y una creciente dependencia de alimentos más baratos aunque con un alto grado de procesamiento. Objetivo: Identificar el estado nutricional y aspectos alimentarios en mujeres indígenas de tres comunidades del Departamento de Presidente Hayes, Chaco Paraguayo. Metodología: Estudio observacional de diseño transversal con componente analítico, que incluyó a 81 mujeres de 15 a 44 años de edad, de las etnias Maká y Toba Qom. Previo consentimiento informado, se realizó la valoración nutricional y la entrevista para obtener los datos sociodemográficos y alimentarios. Resultados: Las mujeres indígenas presentaron una frecuencia de sobrepeso de 30,8% y obesidad del 21,0%, mientras que el 1,2 % presentó desnutrición. No encontramos diferencia significativa entre las etnias, en relación al sobrepeso y obesidad, (p>0,05. Observamos que las indígenas tenían una alta ingesta de frutas, azúcares y mieles. El 87 y 88% de las mujeres indígenas de ambas etnias estudiadas refirieron no consumir lácteos y derivados y entre 65 y 69% refirieron no consumir verduras. Conclusiones: Observamos un elevado porcentaje de obesidad y sobrepeso, un bajo consumo de lácteos y verduras y un alto consumo de azúcares, relacionados posiblemente a cambios en los aspectos alimentarios y sus costumbres, influenciados por la cercanía a las zonas urbanas y el acceso a alimentos de menor precio y mayor contenido energético.

  8. ANÁLISES SOBRE MUDANÇAS NOS HÁBITOS ALIMENTARES DE CRIANÇAS MORADORAS DO ASSENTAMENTO PAQUEQUER, NOVA OLINDA DO NORTE- AM./ Analysis about changes in the food habits of children living in Paquequer Settlement, Nova Olinda do Norte - AM.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingrid Silva de Freitas

    2017-12-01

    Full Text Available As informações apresentadas neste artigo resultam do trabalho de iniciação científica no PIB-H/0083/2015-CNPq, realizados no Projeto de Assentamento Paquequer, município de Nova Olinda do Norte – Amazonas, no ano de 2015. O assentamento pesquisado configura um modelo de assentamento tradicional, localizado em ecossistema amazônico de terra firme distante 13 km da sede do município. Participaram da pesquisa, crianças moradoras do assentamento, matriculadas no Ensino Fundamental II da Escola Municipal Paquequer. O objetivo da pesquisa buscou analisar como se apresentava o consumo alimentar do universo pesquisado, tanto em sua moradia quanto no ambiente escolar, verificando se nesses locais poderiam ser identificadas mudanças nos hábitos alimentares regionais. Os dados obtidos no resultado final da pesquisa confirmaram que, nos últimos anos, o consumo de alimentos ultraprocessados como refrigerantes, biscoitos recheados e embutidos é amplamente realizado pelos entrevistados dentro do assentamento, em detrimento do consumo reduzido de frutas, peixes e alimentos tradicionalmente regionais, demonstrando que cada vez mais os padrões alimentares urbanos estão sendo vivenciados no modo de vida rural.

  9. O consumo na vida digital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iuri Yudi Furukita Baptista

    2016-02-01

    Full Text Available O modelo de consumo não possui as mesmas características sempre: suas relações, motivações, formatos, espaços, interesses e atividades são construções sociais que se modificam atreladas ao cenário econômico, político e tecnológico. O presente trabalho repassa o surgimento da sociedade do consumidor para então conjecturar sobre as propriedades distintivas do consumo na vida digital. O que se defende ao final é que o consumidor já não se restringe ao papel de consumir.

  10. El lado oculto del consumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana Narotzky

    2007-12-01

    Full Text Available El aprovisionamiento de recursos es un proceso complejo en el que deben considerarse conjuntamente relaciones de producción, distribución, apropiación y consumo, y en el que el desarrollo histórico va a definir en cada caso las vías particulares de aprovisionamiento de bienes y servicios que están disponibles en sociedades concretas, para grupos concretos y para actores concretos dentro de esas sociedades. Desde una perspectiva que observa los "modos de aprovisionamiento" en su diversidad, el trabajo se aproxima a las formas no mercantiles de obtención y transferencia de recursos y no sólo al consumo encuadrado en dinámicas de mercado.O aprovisionamento de recursos e um processo complexo em o que e necessário considerar conjuntamente relaciones de produção, distribuição, apropriação e consumo, onde o desenvolvimento histórico vá definir em cada caso as vias particulares de aprovisionamento de bens e serviços disponibles em sociedades concretas, para grupos concretos y para atores concretos em essas sociedades. Desde uma perspectiva que observa os "modos de aprovisionamento" em sua diversidade, este trabalho se aproxima as formas no mercantil de obtenção y transferência de recursos y no solo al consumo enquadrado em dinâmicas de mercado.The purchasing resources is a complex process and need to consider together production, distribution, appropriation and consume relations, and en the historical development will define in each case the goods and services purchasing especial ways available in specific societies, for specific groups y for specific actors into this societies. Observing the "purchasing modes" in them diversity, this article analyze the no mercantile forms the obtaining and transference the resources, and no only to the mercantile consume.

  11. Efeito da atividade física associada à orientação alimentar em adolescentes obesos: comparação entre o exercício aeróbio e anaeróbio Efecto de la actividad física asociada a la orientación alimentar en adolescentes obesos: comparación entre el ejercicio aeróbico y anaeróbico Effect of physical activity associated with nutritional orientation for obese adolescents: comparison between aerobic and anaerobic exercise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Viccari Sabia

    2004-10-01

    Full Text Available A obesidade na adolescência é uma doença universal de prevalência mundial crescente, assumindo caráter epidemiológico como problema de saúde pública na sociedade moderna. Este trabalho teve como objetivo comparar o efeito do exercício físico aeróbio contínuo e anaeróbio intermitente associado à orientação alimentar sobre a composição corporal, as medidas bioquímicas e a capacidade física de adolescentes obesos. Foram investigados 28 adolescentes (média de idade = 13 anos, com índice de massa corporal (IMC acima do percentil 95 para a idade e sexo, distribuídos em dois grupos de forma aleatória: exercício de caminhada contínua (GEC; n = 13 e exercício de corrida intermitente (GEI; n = 15 e submetidos a um programa de treinamento físico três vezes por semana durante 16 semanas por 20 a 40 minutos. A atividade de orientação nutricional ocorreu uma vez por semana, em grupo, por 60 minutos, durante todo o experimento. Foram realizadas, no período inicial e final, medidas de peso e altura, pregas subcutâneas, circunferências do braço (CB e muscular do braço (CMB, composição corporal por bioimpedância elétrica, análises bioquímicas séricas (glicemia e lipídios e determinação direta de consumo máximo de oxigênio (VO2max e limiar anaeróbio (LAn. Como resultados antropométricos, observamos diminuição do IMC e das pregas cutâneas com diferença significativa nos dois grupos (GEC e GEI. Na avaliação bioquímica, houve diminuição significativa nos níveis séricos de HDL e LDL, colesterol total, e aumento do triglicérides e glicemia no GEC, embora mantendo-se dentro dos valores de normalidade. No GEI, o HDL e triglicérides tiveram diminuição significativa. O VO2max aumentou estatisticamente nos dois grupos. Concluímos que a atividade física proposta e a orientação alimentar, tanto para o GEC quanto para GEI, foi suficiente e satisfatória, promovendo diminuição ponderal, melhora da composi

  12. Determinantes sociodemográficos, antropométricos e alimentares de dislipidemia em pré-escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana N. Nobre

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi investigar os determinantes de dislipidemia em pré-escolares. MÉTODOS: A partir de um desenho transversal, foi avaliado um total de 227 pré-escolares com 5 anos de idade residentes em uma área urbana da cidade de Diamantina, Minas Gerais, Brasil. Foram avaliados: variáveis bioquímicas, antropométricas, condição socioeconômica e comportamental, a partir de um questinário; e ingestão alimentar, a partir de um questionário de fequência de consumo de alimentos. Os padrões alimentares denominados "dieta mista", "fast food" e "não saudável" foram identificados por meio de análise de componentes principais. Os determinantes de dislipidemia foram examinados através da análise de regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de dislipidemia, neste estudo, foi de 65,19%. Os pré-escolares que consumiam com menos frequência alimentos do padrão "dieta mista" tiveram um risco maior de concentrações mais altas de lipoproteína de baixa densidade (PR = 2,30; p = 0,004, em comparação com aqueles com um consumo mais frequente do padrão "dieta mista". Os pré-escolares cujas mães apresentaram uma escolaridade mais baixa tiveram menor risco de concentrações mais altas de lipoproteína de baixa densidade (PR = 0,43; p = 0,003, e os pré-escolares que estavam com sobrepeso/obesos apresentaram maior risco de concentrações mais altas de lipoproteína de baixa densidade (PR = 2,23; p = 0,003. CONCLUSÃO: Os determinantes de dislipidemia identificados neste estudo foram o consumo menos frequente de alimentos do padrão "dieta mista", índice de massa corporal mais alto e um maior nível de escolaridade materna. Este estudo mostra que, apesar da baixa idade do grupo em estudo, já estão apresentando alta prevalência de dislipidemia, que é um fator de risco importante para doença cardiovascular.

  13. Estado nutricional antropométrico e comorbidades associadas à síndrome metabólica em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica = Anthropometric nutritional status and comorbidities associated with metabolic syndrome in women submitted to bariatric surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Querido, Júlia de Castro

    2016-01-01

    Conclusões: Os resultados apontam para a eficácia da cirurgia bariátrica no tratamento da obesidade e controle das comorbidades associadas à síndrome metabólica nesta amostra de mulheres. A presença de inadequações no consumo de nutrientes assinala a necessidade do cuidado nutricional no pós operatório da cirurgia bariátrica

  14. Prevalência de comportamentos alimentares disfuncionais em mulheres idosas

    OpenAIRE

    Gomes, Fabiana Vanessa Silva

    2015-01-01

    Dissertação de mestrado em Psicologia Aplicada (área de especialização em Psicologia Clínica e da Saúde) Comportamentos alimentares disfuncionais são frequentes em jovens, mas pouco se sabe sobre a sua prevalência em mulheres idosas. Este estudo consiste em estudar a prevalência pontual de comportamentos alimentares disfuncionais em mulheres com 65 anos ou mais. Estudo de prevalência constituído por um momento de avaliação de duas fases com 342 mulheres entre os 65 e 94 anos...

  15. Consumo e conhecimento sobre alimentos fontes de lipídeos por professores de escola técnica em saúde = Consumption and knowledge on source of lipid foods by health technical school teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácio, Gislaine

    2009-01-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar o hábito de consumo e conhecimentos sobre alimentos fontes de lipídios, entre os professores de uma Escola Técnica em Saúde da Rede Estadual de Ensino em Porto Alegre, RS. Materiais e Métodos: Estudo transversal, realizado com professores de ambos os sexos, através de um questionário de frequência de consumo alimentar contendo nove grupos alimentares, predominantemente fontes de lipídeos e, outro questionário, visando o reconhecimento sobre gorduras alimentares e os efeitos na saúde humana. A análise estatística foi descritiva e com auxílio do software Excel. Resultados: 39 professores participaram da pesquisa, destes 28 mulheres e média de 43±11anos de idade. O consumo de azeite de oliva diariamente foi citado por 38% dos participantes e leite desnatado em 41%. Margarina é habitual para cerca de 25% deles e mais da metade do grupo nega uso de maionese e manteiga. Referem consumo frequente, de 1 a 3 vezes por semana, para pizza (54%, carne bovina sem gordura aparente (49% e ave sem pele (70%. Os embutidos, frituras e preparações à milanesa são de consumo eventual para a maioria, inclusive as oleaginosas. Conclusão: Os professores demonstram adequados conhecimentos sobre a importância de selecionar alimentos que são fontes de gordura e sobre seus efeitos no organismo. Eles também exercem boas escolhas desses alimentos, no seu dia-a-dia. Esclarecimentos adicionais em Nutrição poderão contribuir ainda mais à prática saudável e à difusão dessas informações

  16. Consumo de suplementos nutricionais por frequentadores de academias da cidade de Porto Alegre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Trussardi Fayh

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar a prevalência do uso de suplementos alimentares nas academias da cidade de Porto Alegre. Foram entrevistados 316 indivíduos com idade entre 18-59 anos. A abordagem foi por voluntariedade, em 22 academias da cidade. Observou-se um expressivo uso de suplementos nutricionais pelos participantes (28,8%, e os homens utilizam mais suplementos do que as mulheres (p<0,05. Os suplementos mais utilizados foram aqueles à base de proteínas, que são ingeridos principalmente por indicação de educadores físicos. O alto consumo de suplementos nutricionais aponta a necessidade de alertar à população quanto aos riscos relacionados ao uso indevido de suplementos nutricionais.

  17. Padrão alimentar de lactentes residentes em áreas periféricas de Fortaleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SOARES Nadia Tavares

    2000-01-01

    Full Text Available Este estudo caracterizou o padrão alimentar de 96 crianças menores de um ano assistidas pelo Fundo Cristão para Crianças nos bairros Álvaro Weyne e Presidente Kennedy, na cidade de Fortaleza, Brasil. Os dados foram levantados por meio de entrevista domiciliar, utilizando o método recordatório 24h para conhecimento das quantidades dos alimentos consumidos, e um formulário contendo perguntas estruturadas sobre a prática do aleitamento materno e idade de introdução dos alimentos de desmame. Os resultados indicaram que o aleitamento materno misto predomina (68% sobre o aleitamento artificial (32% e exclusivo (10% e que 7% das crianças nunca receberam leite materno. Porém, até o final do décimo mês de vida, 53% das crianças ainda são amamentadas. Mingau lácteo, preparado com leite de vaca não modificado, constitui a alimentação básica de desmame. Do ponto de vista nutricional, as dietas são desbalanceadas, sendo o ferro o nutriente mais deficiente. Devem ser intensificados os esforços na promoção da alimentação infantil apropriada.

  18. Excesso de peso em adolescentes e estado nutricional dos pais: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Niedja Maria da Silva Lima

    Full Text Available Resumo O objetivo do presente estudo é verificar a associação entre o excesso de peso em adolescentes e o estado nutricional dos pais e identificar possíveis fatores determinantes. A pesquisa foi realizada nas bases de dados Pubmed, Lilacs, Scielo e Biblioteca Virtual de Saúde (BVS, considerando-se o período de 2004 a 2014. Os descritores usados foram: “Adolescente”, “Fatores de risco”, “Obesidade”, “Pais” e “Sobrepeso”. Dos 366 artigos encontrados, apenas 07 atenderam a todos os critérios de elegibilidade. Notou-se nos adolescentes prevalência de sobrepeso mais elevada nos estudos realizados no Brasile na Grécia, enquanto a prevalência de obesidade foi maior nos estudos conduzidos nos Estados Unidos. Foram verificadas maiores prevalências de excesso de peso em adolescentes do sexo masculino. Todos os trabalhos mostraram que a presença de sobrepeso ou obesidade no pai ou na mãe aumenta o risco dos adolescentes desenvolverem excesso de peso, e esse risco é ainda maior quando ambos os pais são obesos. A grande associação entre excesso de peso nos adolescentes e estado nutricional dos pais está relacionada com inúmeros fatores, dessa forma, a presença de um fator de risco, como, por exemplo, a predisposição genética, pode ser amenizada por um fator de proteção, como hábitos alimentares saudáveis.

  19. Funciones sociales del consumo: un caso extremo

    OpenAIRE

    JOSÉ CASTILLO CASTILLO

    1994-01-01

    El consumo religioso de reliquías de santos durante la edad media cumple semejantes funciones sociales para su época que el consumo economico de objetos para la nuestra: El de reforzar real y simbólicamente las estructuras de prestigio, riqueza y poder de sus respectivas sociedades. El ámbito de la sociología del consumo no se circunscribe a los estrechos límites de las llamadas sociedades de consumo de masas. en el presente caso, el estudio del pasado ilumina procesos sociales propios de nue...

  20. Funciones sociales del consumo: un caso extremo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOSÉ CASTILLO CASTILLO

    1994-01-01

    Full Text Available El consumo religioso de reliquías de santos durante la edad media cumple semejantes funciones sociales para su época que el consumo economico de objetos para la nuestra: El de reforzar real y simbólicamente las estructuras de prestigio, riqueza y poder de sus respectivas sociedades. El ámbito de la sociología del consumo no se circunscribe a los estrechos límites de las llamadas sociedades de consumo de masas. en el presente caso, el estudio del pasado ilumina procesos sociales propios de nuestros días.

  1. Cultura alimentar e suas manifestações na escola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anita Seewald

    2016-12-01

    Full Text Available A orientação alimentar, figura na escola como tema transversal e encontra-se centrada na figura do professor. O estudo teve por base a revisão da literatura científica sobre a cultura alimentar e também relata experiências e vivências da própria autora, acadêmica de pedagogia, cozinheira de um Centro de Educação Infantil do município de Sinop. O estudo é descritivo, de cunho qualitativo, utilizando a metodologia observação participante. Como resultados percebe-se a carência de informações sobre a prática de alimentação saudável, que sistematicamente tem contribuído o aumento de doenças, em especial a obesidade, e a necessidade da ação conjunta de outros setores da sociedade. Palavras-chave: cultura alimentar; educação escolar; orientação alimentar.

  2. Vigilancia alimentaria nutricional en hogares de ancianos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Gómez Vital

    2001-12-01

    Full Text Available Se inició la vigilancia alimentaria nutricional en hogares de ancianos con el objetivo de determinar la relación entre la alimentación y el estado de nutrición de estos individuos porque no existen referencias en Cuba de sistemas de vigilancia alimentaria nutricional para población institucionalizada; sin embargo, la malnutrición de estos pacientes, con el aumento de la morbilidad y de los costos de atención, es motivo de múltiples publicaciones. La muestra estuvo constituida por 4 hogares de ancianos ubicados en Ciudad de La Habana y las visitas se efectuaron en el bimestre noviembre-diciembre de 1999. El sistema consta de 3 componentes: disponibilidad, oferta y estado de nutrición. Los resultados demostraron que en todas las instituciones las cantidades per capita diarias de energía y proteínas presentaron porcentajes de adecuación superior a las recomendaciones. La oferta, con excepción de las proteínas, no cumplió las reglamentaciones establecidas. La desnutrición proteico energética tuvo predominio en el sexo femenino y fue la diferencia energética crónica G III la que presentó los porcentajes más elevados. La información que proporciona el sistema pudiera ser utilizada para la toma de decisiones a diferentes niveles que beneficien a este grupo poblacional vulnerable.Food and nutritional surveillance started to be applied at homes for the aged in order to determine the relationship between food and the nutritional status of these individuals, since there are no references in Cuba about food nutritional surveillance for an institutionalized population. However, the malnutrition of these patients as well as the increase of morbidity and of the costs of care are topìcs that are dealt with in many publications. The sanple was composed of 4 homes for the elderly located in Havana City that were visited during November and December, 1999. The system has 3 components: availability, offer and nutritional status. The results

  3. Dificuldades encontradas por médicos e enfermeiros na abordagem de problemas alimentares Difficulties found by physicians and nurses in approaching eating problems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Faber Boog

    1999-12-01

    Full Text Available A alta prevalência de doenças crônicas exige que profissionais de saúde estejam preparados para orientar os pacientes em relação aos fatores de risco, entre os quais, a alimentação. Este trabalho apresenta resultados de uma pesquisa que teve por finalidade identificar dificuldades nesta abordagem. A pesquisa envolveu oito médicos e nove enfermeiros. Empregou-se o método da pesquisa-ação, que envolve prestação de serviço, observação sistemática, entrevistas semi-estruturadas e retorno aos sujeitos pesquisados da elaboração teórica feita pelo pesquisador. A técnica de análise foi qualitativa, fundamentada na sociologia do conhecimento. As dificuldades identificadas foram: falta de embasamento teórico adequado à análise de problemas alimentares, falta de critérios para identificá-los, falta de parâmetros para discernir problemas alimentares de problemas econômicos, desconhecimento de técnicas para abordar problemas alimentares, percepção do problema alimentar como facticidade, necessidade de trabalhar com dietas padronizadas, conflitos entre conhecimento teórico e prática vivencial e desconhecimento do papel do nutricionista. As conclusões remetem à necessidade de envidar esforços no sentido de aprimorar o ensino de nutrição nos cursos de Medicina e Enfermagem, desenvolver métodos que permitam aos alunos problematizar questões alimentares, desenvolver pesquisas na área de educação nutricional aprimorando os métodos de orientação e esclarecer os profissionais de saúde acerca do papel do nutricionista na educação nutricional de pacientes, criando condições ao trabalho interdisciplinar. Considerando o papel primordial da nutrição na promoção, manutenção e recuperação da saúde, é fundamental que haja preparo adequado dos profissionais de saúde em relação ao assunto.The high prevalence of chronic degenerative diseases requires the health professionals to be able to guide patients about

  4. Consumo de nutrientes em idosos residentes em Porto Alegre (RS, Brasil: um estudo de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Duarte Venturini

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Para descrever o perfil de consumo de nutrientes e verificar a sua associação com as variáveis sociodemográficas e de saúde, desenvolveu-se um estudo transversal, de base populacional em uma amostra aleatória de 427 idosos residentes em Porto Alegre, Brasil. O consumo alimentar foi avaliado através do Inquérito Recordatório de 24 Horas e Investigação da História Dietética. Dos idosos entrevistados, 70% eram mulheres; 48,5% possuíam entre 60 e 69 anos; 68,8% possuíam menos de 8 anos de escolaridade; 39,0%, renda familiar entre 2 e 5 salários mínimos; e 58,4% não praticava exercício físico. A hipertensão foi a doença mais prevalente, e 54,9% dos idosos estavam abaixo do peso. Os homens consumiam mais calorias, proteínas, fibras, minerais e vitaminas do que as mulheres. O consumo de carboidrato e cálcio aumentou conforme o avanço da idade, assim como diminuiu a ingestão de zinco. A prática de exercício físico elevou o consumo de calorias, magnésio, potássio e fósforo. Quanto maior a escolaridade, maior é o consumo de vitaminas B6 e B12; quanto maior a renda familiar, maior o consumo de vitamina B6 e ácido fólico. Os resultados demonstram que há deficiências nutricionais na alimentação diária da nossa população de idosos, principalmente entre as mulheres e os indivíduos acima de 80 anos.

  5. Estado nutricional de lactentes em áreas periféricas de Fortaleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SOARES Nadia Tavares

    2000-01-01

    Full Text Available O presente estudo foi realizado com a finalidade de caracterizar a prevalência da má nutrição entre crianças menores de um ano vinculadas ao Fundo Cristão para Crianças em dois bairros periféricos de Fortaleza: Presidente Kennedy e Álvaro Weine. Desnutrição protéico-energética, obesidade e anemia ferropriva foram diagnosticadas através dos seguintes indicadores: peso ao nascer +2 desvios-padrão da mediana de referência do National Center for Health Statistics, hemoglobina < 11 g/dl, hematócrito < 32%, volume corpuscular médio <72 fl e hemoglobina corpuscular média < 24 pg. O peso ao nascer foi obtido através da entrevista domiciliar, enquanto que as demais medidas antropométricas e as amostras de sangue foram colhidas em uma das unidades do Fundo Cristão para Crianças, seguindo os procedimentos técnicos recomendados. Das 110 crianças catalogadas, 96 foram pesadas e medidas e 75 fizeram o exame de sangue. A análise dos dados revelou 7% de baixo peso ao nascer, 10% de desnutrição crônica, 8% de obesidade e 60% de anemia. Possivelmente, a dieta que as crianças receberam contribuiu para o comprometimento nutricional encontrado. Parece essencial a realização de mais estudos sobre prática alimentar nestas comunidades.

  6. Estado nutricional de lactentes em áreas periféricas de Fortaleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadia Tavares SOARES

    2000-08-01

    Full Text Available O presente estudo foi realizado com a finalidade de caracterizar a prevalência da má nutrição entre crianças menores de um ano vinculadas ao Fundo Cristão para Crianças em dois bairros periféricos de Fortaleza: Presidente Kennedy e Álvaro Weine. Desnutrição protéico-energética, obesidade e anemia ferropriva foram diagnosticadas através dos seguintes indicadores: peso ao nascer +2 desvios-padrão da mediana de referência do National Center for Health Statistics, hemoglobina < 11 g/dl, hematócrito < 32%, volume corpuscular médio <72 fl e hemoglobina corpuscular média < 24 pg. O peso ao nascer foi obtido através da entrevista domiciliar, enquanto que as demais medidas antropométricas e as amostras de sangue foram colhidas em uma das unidades do Fundo Cristão para Crianças, seguindo os procedimentos técnicos recomendados. Das 110 crianças catalogadas, 96 foram pesadas e medidas e 75 fizeram o exame de sangue. A análise dos dados revelou 7% de baixo peso ao nascer, 10% de desnutrição crônica, 8% de obesidade e 60% de anemia. Possivelmente, a dieta que as crianças receberam contribuiu para o comprometimento nutricional encontrado. Parece essencial a realização de mais estudos sobre prática alimentar nestas comunidades.

  7. PERSONALIDADE E CONSUMO ECOLOGICAMENTE CONSCIENTE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Augusto Gonçalves

    2008-08-01

    Full Text Available Adotando-se como moldura teórica o Modelo Meta-teórico de Motivação e Personalidade (MOWEN, 2000, investigou-se a relação entre personalidade e consumo ecologicamente consciente. Por meio de um levantamento com uma amostra de 735 pessoas, obteve-se razoável sustentação empírica para um modelo em que os traços de personalidade explicam percentual considerável da variância do consumo ecologicamente consciente (R2 = 33%, interpretado como traço superficial da personalidade do consumidor. No modelo estimado, construtos relacionados ao cuidado com problemas ambientais são interpretados como traços situacionais, que remetem a traços mais profundos de personalidade. O significado dos resultados é avaliado conforme seu potencial em sustentar intervenções educacionais para promover o comportamento ecologicamente consciente.

  8. Cuidado nutricional hospitalar: percepção de nutricionistas para atendimento humanizado Hospital nutritional care: perception of the nutritionist for humanized attendance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassiani Gotâma Tasca Pedroso

    2011-01-01

    Full Text Available A pesquisa identificou as ações de cuidado alimentar e nutricional considerando as perspectivas da equipe de nutricionistas de um hospital de referência para a Política Nacional de Humanização (PNH. A partir de uma abordagem qualitativa, utilizou-se a técnica de grupos focais. A pesquisa envolveu treze nutricionistas, que foram divididas em dois grupos de acordo com o tempo de serviço, seguindo critérios de homogeneidade. As entrevistas foram desenvolvidas para análise da categoria: ser nutricionista para um atendimento humanizado, buscando-se conhecer as seguintes ações da prática destes profissionais: avaliação nutricional do paciente; planejamento, implementação e avaliação do cuidado nutricional e alimentar. A análise do conteúdo foi utilizada como técnica para sistematização das informações obtidas, agrupando-as em unidades de significado. O estudo revelou que há priorização do atendimento individualizado em função do número de leitos e de atividades burocráticas, falta de autonomia em relação à prescrição de dietas, dificuldades de interação com outros profissionais de saúde e entre as nutricionistas das áreas clínica e produção de refeições. Os resultados deste estudo poderão oferecer aos profissionais subsídios que fundamentem ações para a construção de um modelo de cuidado alimentar e nutricional humanizado em hospitais.The research analyzed the actions of alimentary and nutritional care considering the perspectives of the nutritionists in a hospital reference for the National Politics of Humanization (PNH. From a qualitative approach, a focal group technique was used. The nutritionists were divided in two groups by working time, following homogeneity criteria. The interviews were developed for analysis of the category: Being a nutritionist for a humanized assistance, seeking to understand these professionals following actions: nutritional evaluation of the patient; planning

  9. PRESENCIA DE MÁQUINAS EXPENDEDORAS DE ALIMENTOS Y BEBIDAS Y PERFIL NUTRICIONAL DE SUS PRODUCTOS EN LOS INSTITUTOS DE ENSEÑANZA SECUNDARIA DE LA COMUNIDAD DE MADRID, 2014-2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Doris Xiomara Monroy-Parada

    2016-01-01

    Full Text Available Fundamento: Las políticas restrictivas del acceso a bebidas azucaradas y alimentos no saludables en el entorno escolar se asocian con patrones de consumo más saludables. En 2010 se aprobó en España el Documento de Consenso sobre la Alimentación en los Centros Educativos con criterios nutricionales para mejorar el perfil nutricional de los alimentos y bebidas ofertados. El objetivo de este estudio fue describir la frecuencia de máquinas expendedoras de bebidas y alimentos y perfil nutricional de sus productos en los Institutos de Enseñanza Secundaria (IES de Madrid. Métodos: Estudio transversal sobre una muestra aleatoria de 330 IES de la Comunidad de Madrid durante el curso 2014-2015. A través de internet y por entrevista telefónica se registraron las características de los centros y la existencia o no de máquinas expendedoras en ellos. Los productos ofertados en una muestra representativa de 6 máquinas expendedoras se obtuvieron mediante inspección in situ y su composición nutricional se tomó del etiquetado. Por último, el perfil nutricional de los productos se analizó con el modelo del Reino Unido, que clasifica los productos en saludables y menos saludables. Resultados: La prevalencia de máquinas expendedoras fue del 17,3%. El 80,5% de sus productos fueron menos saludables, altamente energéticos, ricos en grasa o azúcar y pobres en micronutrientes. El 10,5% resultaron ser productos saludables. Conclusión: Las máquinas expendedoras son frecuentes en los IES de Madrid y la mayoría de sus productos tienen un mal perfil nutricional.

  10. Diagnóstico del estado nutricional de los pacientes con demencia tipo Alzheimer registrados en el Grupo de Neurociencias, Medellín, 2004.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica María Muñoz

    2006-03-01

    Full Text Available Introducción. Los pacientes con demencia tipo Alzheimer presentan riesgo de deterioro del estado nutricional por cambios fisiológicos, socioeconómicos y psicológicos relacionados con la enfermedad, lo que se suma al proceso de envejecimiento. Objetivo. Describir el estado nutricional de los pacientes con demencia tipo Alzheimer del Grupo de Neurociencias de la Universidad de Antioquia según el estadio de evolución. Materiales y métodos. Estudio descriptivo transversal. Cada paciente fue evaluado para obtener información general, de salud, composición corporal, alimentaria, signos clínicos y aspectos psicosociales. Resultados. Se evaluaron 77 pacientes con edad promedio de 65,5±12,8 años, 48 de ellos con antecedentes familiares de la enfermedad y 39 con más de 60 meses de diagnóstico; el estadio más frecuente fue el moderado y el tipo de demencia más común, la familiar precoz; la enfermedad se diagnosticó antes de los 50 años en 26 pacientes. Hubo diferencias estadísticamente significativas en el índice de masa corporal, el área grasa braquial y el área magra braquial por estadio, y mayor compromiso en el estadio grave (p=0,001, p=0,000 y p=0,000; en todos los estadios se presentó compromiso de la reserva energética y muscular. El calcio y los folatos fueron los nutrientes más comprometidos en el consumo. Conclusión. Aun en el estadio inicial, los pacientes presentaron compromiso del estado nutricional, evidenciado por déficit en la reserva energética y muscular, signos clínicos y consumo inadecuado de calcio y folatos. A medida que avanza la enfermedad, el compromiso de los indicadores nutricionales es mayor. Lo anterior evidencia la necesidad del cuidado nutricional individual de acuerdo con el estadio de la enfermedad.

  11. Avaliação nutricional da grama-estrela cv. Africana para vacas leiteiras em condições de pastejo Nutritional analysis of stargrass cv. Africana for dairy cattle under rotational grazing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Gomes Favoreto

    2008-02-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar nutricionalmente a grama-estrela (Cynodon nlemfuensis cv. Africana utilizada sob pastejo rotacionado por vacas leiteiras. Dez vacas mestiças foram manejadas em 2 ha de grama-estrela e divididas em 11 piquetes/ha. O período de pastejo foi de três dias e os 30 subseqüentes foram destinados à recuperação da pastagem. Durante o período experimental, os animais foram ordenhados duas vezes ao dia e receberam suplementação com 2 kg de concentrado. Amostras representativas do pasto ingeridas (extrusa foram colhidas para determinação de sua composição nutricional. O consumo de matéria seca (MS pelos animais foi estimado utilizando-se cromo e a MS indigestível como indicadores externo e interno. O desempenho individual das vacas foi avaliado pela produção de leite diária e pela pesagem dos animais. A dinâmica da matéria alimentar foi estimada com base nas técnicas in vitro gravimétricas, de produção cumulativa de gases da fermentação microbiana e da estimativa da cinética de passagem das fases sólida e líquida. A quantidade de energia líquida total (ELt, em MJ/dia, atendeu à demanda energética exigida pelos animais. Os valores de proteína metabolizável (PM preditos corresponderam ao suprimento de 91% da PM exigida por esses animais. As predições das exigências em macrominerais atenderam apenas 75% do Ca exigido, mas atenderam às exigências dos demais macrominerais. A grama-estrela atende à demanda energética nutricional de mantença e produção de 11,7 kg de leite por dia. Nas circunstâncias estudadas, é necessário suplementar nutrientes que complementem a PM e Ca não atendidos completamente. O teor e as características cinéticas da fibra não causam repleção ruminal e restrição sobre o consumo de vacas leiteiras em pastejo.An nutritional analysis of stargrass cv. Africana fed dairy cattle under rotational grazing was evaluated in this research. Ten Holstein-Zebu crossbred cows were

  12. Suplementos vitamínicos e/ou minerais: regulamentação, consumo e implicações à saúde

    OpenAIRE

    Abe-Matsumoto, Lucile Tiemi; Sampaio, Geni Rodrigues; Bastos, Deborah H. M.

    2015-01-01

    Em decorrência das mudanças no padrão alimentar da população, a suplementação da dieta com micronutrientes é prática comum. A preocupação com a saúde e a facilidade de comercialização dos suplementos vitamínicos e/ou minerais, aliadas ao forte apelo publicitário, têm estimulado a população ao consumo indiscriminado desses produtos, o que pode acarretar riscos à saúde. Este trabalho teve como objetivo avaliar a legislação relativa ao cenário do consumo e segurança do uso de suplementos vitamín...

  13. Ingestão de energia e nutrientes segundo consumo de alimentos fora do lar na Região Nordeste: uma análise do Inquérito Nacional de Alimentação 2008-2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessica Brito Cavalcante

    Full Text Available RESUMO: Introdução: O consumo de alimentos fora do lar vem crescendo no Brasil, sendo associado a escolhas alimentares menos nutritivas. Objetivo: Descrever a ingestão de energia e nutrientes específicos entre consumidores e não consumidores de alimentos fora do lar, na Região Nordeste. Métodos: Foram analisados dados do Inquérito Nacional de Alimentação (INA, provenientes da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009, em uma amostra de 11.674 indivíduos residentes na Região Nordeste, que forneceram dois registros alimentares em dias não consecutivos, com informação sobre o local de consumo dos alimentos (dentro ou fora do lar. Alimentação fora do lar foi definida como todo alimento adquirido e consumido fora de casa. Modelos de regressão linear foram desenvolvidos para avaliar a relação entre o consumo alimentar fora do lar em um dos dois dias de registro e a ingestão de energia e nutrientes, ajustados por idade, sexo e renda per capita. Resultados: O consumo de alimentos fora do lar, em pelo menos um dos dois dias de registro alimentar, foi reportado por 42% dos indivíduos. Os indivíduos que consomem alimentos fora do lar apresentaram pior ingestão de nutrientes em comparação com os que não consomem alimentos fora do lar, com maior consumo de energia, açúcar livre, gordura saturada, gordura trans e menor ingestão de proteína, ferro e fibra alimentar, independente da idade, sexo e renda (p < 0,05. Conclusão: A alimentação fora do lar no Nordeste contribuiu para uma maior ingestão de energia e uma pior ingestão de nutrientes. Assim, faz-se necessária a elaboração de políticas públicas e estratégias que favoreçam a escolha de alimentos mais saudáveis quando os indivíduos optam por se alimentar fora do lar.

  14. Transición nutricional en Patagonia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dahinten, Silvia Lucrecia

    2003-01-01

    Full Text Available La creciente industrialización y urbanización verificadas en Puerto Madryn, ha impactado en la calidad de vida de su población y se refleja en el crecimiento y desarrollo de los individuos. El objetivo del presente trabajo es evaluar el crecimiento de escolares de 6 a 14 años que concurren a establecimientos públicos y privados de Puerto Madryn. La muestra se integró de 1979 niños de ambos sexos pertenecientes a dos contextos socioeconómicos diferentes. Se relevaron la estatura total y el peso corporal y se calcularon los índices estatura/edad; peso/edad e IMC/edad, que fueron expresados en puntajes z mediante la comparación con la referencia NCHS 2000. Si bien la mayoría de los niños presentó parámetros normales de crecimiento, se observaron prevalencias significativas de baja talla (8.2% total, sobrepeso (10.2% total, riesgo de baja talla (13.6% y riesgo de sobrepeso (13.9%. La incidencia de baja talla y riesgo de baja talla fue significativamente mayor en niños de nivel socieconómico bajo, en tanto la distribución de sobrepeso y riesgo de sobrepeso fue similiar en ambos niveles socieconómicos considerados. Asimismo, el sobrepeso fue independiente de la baja talla. Teniendo en cuenta las características demográficas y socieconómicas, los resultados obtenidos indican que Puerto Madryn presenta características de una población en transición nutricional, definida por la coexistencia de niveles significativos de baja talla y sobrepeso.

  15. Estado nutricional materno y peso al nacer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marianela de la C Prendes Labrada

    2001-02-01

    Full Text Available Se realizó un estudio analítico de cohorte en el Policlínico "Raúl Gómez" entre enero de 1996 y septiembre de 1997 con el objetivo de relacionar el estado nutricional materno con el peso al nacer. Concluyeron el estudio 305 gestantes en las que se determinó edad, hábito de fumar, peso, talla, valoración ponderal inicial, incremento transgestacional y peso al nacer. Se aplicó Chi cuadrado y se determinó el riesgo relativo. El peso adecuado, el incremento transgestacional de 8 kg o más y la talla > o = 150 cm se asociaron con el peso al nacer > o = 3 000 g. La talla menor de 150 cm, peso bajo III y IV y las fumadoras aportaron con mayor frecuencia recién nacidos con peso entre 2 500 y 2 999 g. El riesgo de bajo peso al nacer fue mayor entre las gestantes con peso bajo I-II-III-IV, con incremento transgestacional menor de 8 kg y en las fumadorasAn analytic cohort study was conducted in "Raúl Gómez" Polyclinic between January, 1996, and September, 1997, aimed at relating the maternal nutritional status with birth weight. Age, smoking habit, weight, height, initial ponderal assessment, transgestational weight gain and birth weight were determined among the 305 pregnant women that concluded the study. The adequate weight, the transgestational weight gain of 8 kg or more and the height > or = 150 cm were associated with a birth weight > or = 3000 g. Women with the lowest height of 150 cm, low weight III and IV and the smokers had more frequently newborn infants between 2 500 and 2 999 g. The low birth weight risk was higher among the expectants with low weight I-II-II-IV, with a transgestational weight gain under 8 kg and among smokers

  16. Estado nutricional de idosas e variáveis associadas com o recebimento de benefício social = Nutritional status of elderly and variables associated with receiving social benefit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magro, Marcela

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivo: O objetivo desse estudo foi avaliar o estado nutricional e a relação da condição socioeconômica, demográfica, hábito alimentar e prevalência de doenças entre idosas beneficiárias e não beneficiárias da previdência social, na cidade de Guarapuava, Paraná, Brasil. Materiais e Métodos: Estudo transversal realizado com idosas, participantes de 5 grupos paroquiais de Guarapuava. Foi feita a avaliação antropométrica por meio de peso, estatura, pregas cutâneas e circunferências corporais. Foram obtidos dados socioeconômicos, demográficos, frequência alimentar e presença de doenças. As idosas avaliadas foram divididas em beneficiárias (grupo BPS e não beneficiárias (grupo NBPS. Resultados: Foram avaliadas 56 idosas, com idade média de 69,6±6,7 anos. Beneficiárias representaram 80,4% e não beneficiárias 19,6% da amostra. No diagnóstico nutricional pelo IMC, no grupo geral prevaleceu obesidade com 50%, seguido de eutrofia 28,6%. No grupo BPS, obesidade representou 44,4% e eutrofia 33,3%. Já no grupo NBPS, a obesidade foi de 72,7%. A renda apresentou correlação negativa e estatisticamente significante com as pregas cutâneas tricipital (p=0,008 e subescapular (p=0,003. A prevalência de doenças foi maior no grupo NBPS. O hábito alimentar evidenciou prevalência de alimentos fontes de gorduras, açúcares e fibras. Conclusão: Foi alta a prevalência de excesso de peso nas idosas, principalmente entre as não beneficiárias da previdência social. A renda oriunda do benefício pode contribuir para um melhor estado nutricional pois está relacionada a outras condições que levam a idosa a ter um melhor cuidado com a saúde

  17. Avaliação do estado nutricional de escolares segundo três referências Nutritional status evaluation in schoolchildren according to three references

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseane Moreira S. Barbosa

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a avaliação do estado nutricional de escolares de acordo com as três curvas de referências. MÉTODOS: AS variáveis peso e estatura de 181 crianças na faixa etária de cinco a dez anos foram obtidas de um banco de dados de vigilância nutricional de escolares da Ilha de Paquetá, organizado de acordo com as recomendações do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan. O gráfico de Bland Altman e a razão de desvios foram empregados para construir perfis de concordância entre as três curvas de referência de avaliação nutricional dois a dois, utilizando-se os valores do índice de massa corporal. Na determinação da prevalência de déficit pôdero-estatural e sobrepeso, utilizaram-se os pontos de cortes recomendados por Cole, pelo Centers for Diseases Control and Prevention e por Conde e Monteiro. RESULTADOS: A prevalência de obesidade em meninas foi igual (3,1% para Cole e Conde e Monteiro e ambas se sobrepuseram à obtida por meio da curva do Centers for Diseases Control and Prevention de 2000 (2,0%. Em relação aos meninos, a prevalência de obesidade obtida por Conde e Monteiro (4,8% foi menor do que os percentuais encontrados por Cole (7,2% e pelo CDC (7,2%. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que a escolha do referencial brasileiro (Conde e Monteiro não dificulta a comparação com outros critérios internacionais, principalmente no que tange à classificação de obesidade em escolares do gênero masculino.OBJECTIVE: To compare the nutritional status of schoolchildren according to three different reference curves. METHODS: The weight and height of 181 children aged 5-10 years were obtained from a database for the nutritional surveillance of schoolchildren from Paquetá Island, RJ, Brazil, which had been designed in compliance with recommendations of the Brazilian Food and Nutrition Surveillance System (Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, Sisvan. Bland-Altman plot and deviation

  18. Síndrome de Cotard: Dois Casos de Recusa Alimentar

    OpenAIRE

    Teixeira, Bruno Gonçalves; Araújo, Ana Filipa; Perestrelo, João Ferreira

    2015-01-01

    Introdução: A Síndrome de Cotard é uma condição clínica relativamente rara que se caracteriza por vários graus de delírios niilistas, quase sempre na forma de auto-negação. Objectivos: Descrever dois casos de Síndrome de Cotard associados a recusa alimentar e realizar uma revisão do conceito e das características clínicas desta síndrome. Métodos: Realizou-se a recolha de informa- ção de dois casos clínicos associados a recusa alimentar. Procedeu-se a uma revisão ...

  19. Comportamento alimentar e imagem corporal entre estudantes de medicina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Magalhães Bosi

    Full Text Available Transtornos do comportamento alimentar (TCA tendem a ocorrer entre mulheres jovens, colocando universitárias como grupo de risco. Este estudo visa identificar comportamentos alimentares e imagem corporal como fatores de risco para TCA em estudantes de Medicina. É um estudo transversal com amostra aleatória representativa,que utilizou o índice de massa corporal (IMC autorreferido; o BodyShapeQuestionnaire (BSQ ; o BulimicInvestigatory Test Edinburgh (Bite ;e o EatingAttitudes Test (EAT-26 . A estatística foi descritiva,com teste do qui-quadrado e Anova,e nível de significância p<0,05. Asmédias(DP de idade e IMC foram20,8 (2,2 anos e 21,5 (2,6 kg/m². As prevalências foram: 27,7% apresentaram distorção da imagem corporal pelo BSQ; 31,7% expressaram comportamento alimentar anormal e 6,3% com risco para bulimia pelo Bite, sendo que 7,9% apresentaram sintomas com gravidade moderada/intensa; 19% tiveram risco de desenvolver distúrbios alimentares pelo EAT-26. Houve associação significativa entre IMC, imagem corporal e risco para TCA. Alunas de Medicina apresentaram risco subclínico ou estágio inicial de TCA e precisam de atenção para que estes distúrbios não prejudiquem sua saúde e prática profissionais.

  20. Consumo de alimentos fora do domicílio no Brasil Consumo de alimentos fuera del domicilio en Brasil Consumption of foods away from home in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosangela Alves Pereira

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar características do consumo de alimentos fora do domicílio no Brasil. MÉTODOS: Foram analisados dados do Inquérito Nacional de Alimentação, conduzido com 34.003 indivíduos acima de dez anos de idade em 24% dos domicílios participantes da Pesquisa de Orçamentos Familiares em 2008-2009. O consumo de alimentos e bebidas foi coletado por meio de registros dos alimentos consumidos, tipo de preparação, quantidade, horário e fonte do alimento (dentro ou fora de casa. A frequência de indivíduos que consumiu alimentos fora do domicílio foi calculada segundo faixas de idade, sexo, faixas de renda, área de localização do domicílio, tamanho da família, presença de criança no domicílio e idade do chefe do domicílio no Brasil e em cada região brasileira. Para as análises, considerou-se o peso amostral específico do inquérito e incorporou-se o efeito do desenho amostral. RESULTADOS: O consumo de alimentos fora do domicílio no Brasil foi reportado por 40% dos entrevistados, variando de 13% entre os idosos da região Sul a 51% entre os adolescentes da região Sudeste. Esse percentual diminuiu com a idade e aumentou com a renda em todas as regiões brasileiras; foi maior entre os homens e na área urbana. Os grupos de alimentos com maior percentual de consumo fora de casa foram bebidas alcoólicas, salgadinhos fritos e assados, pizza, refrigerantes e sanduíches. CONCLUSÕES: A alimentação fora de casa apresenta predominância de alimentos de alto conteúdo energético e pobre conteúdo nutricional, indicando que o consumo de alimentos fora do domicílio deve ser considerado nas ações de saúde pública voltadas para a melhoria da alimentação dos brasileiros.OBJETIVO: Analizar características del consumo de alimentos fuera del domicilio. MÉTODOS: se analizaron datos de la Pesquisa Nacional de Alimentación, conducido con 34.003 individuos con edades mayores a diez años en 24% de los domicilios participantes

  1. Aspectos das práticas alimentares e da atividade física como determinantes do crescimento do sobrepeso/obesidade no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Pinheiro Mendonça

    Full Text Available Os dados acerca do sobrepeso/obesidade na população brasileira demonstram um crescimento na sua prevalência entre as décadas de 70 e 90. Os dois aspectos mais apresentados como relacionados a este quadro têm sido mudanças no consumo alimentar, com aumento do fornecimento de energia pela dieta e redução da atividade física, configurando um "estilo de vida ocidental contemporâneo". Este artigo tem por objetivo identificar e avaliar alguns indicadores que se correlacionam com mudanças nas práticas alimentares e de atividade física na população brasileira nos últimos trinta anos. Apesar da carência de dados detalhados, os fatores que podem estar contribuindo para o quadro em tela incluem: migração interna; alimentação fora de casa; crescimento na oferta de refeições rápidas; mudanças no trabalho; meios de deslocamento; e equipamentos domésticos. Faltam informações mais detalhadas sobre as práticas alimentares e o padrão de atividade física no Brasil, em associação a dados antropométricos, para uma melhor explicação dessa relação. Há necessidade de projetos e programas intersetoriais que tenham metas bem definidas e que garantam a adesão da população a um estilo de vida saudável na perspectiva do controle do crescimento da prevalência do sobrepeso/obesidade no país.

  2. Aspectos das práticas alimentares e da atividade física como determinantes do crescimento do sobrepeso/obesidade no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mendonça Cristina Pinheiro

    2004-01-01

    Full Text Available Os dados acerca do sobrepeso/obesidade na população brasileira demonstram um crescimento na sua prevalência entre as décadas de 70 e 90. Os dois aspectos mais apresentados como relacionados a este quadro têm sido mudanças no consumo alimentar, com aumento do fornecimento de energia pela dieta e redução da atividade física, configurando um "estilo de vida ocidental contemporâneo". Este artigo tem por objetivo identificar e avaliar alguns indicadores que se correlacionam com mudanças nas práticas alimentares e de atividade física na população brasileira nos últimos trinta anos. Apesar da carência de dados detalhados, os fatores que podem estar contribuindo para o quadro em tela incluem: migração interna; alimentação fora de casa; crescimento na oferta de refeições rápidas; mudanças no trabalho; meios de deslocamento; e equipamentos domésticos. Faltam informações mais detalhadas sobre as práticas alimentares e o padrão de atividade física no Brasil, em associação a dados antropométricos, para uma melhor explicação dessa relação. Há necessidade de projetos e programas intersetoriais que tenham metas bem definidas e que garantam a adesão da população a um estilo de vida saudável na perspectiva do controle do crescimento da prevalência do sobrepeso/obesidade no país.

  3. Pirâmide alimentar para gestantes eutróficas de 19 a 30 anos A food guide pyramid for well-nourished pregnant women aged 19 to 30 years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franklin Demétrio

    2010-10-01

    Full Text Available Objetivo O objetivo deste estudo foi desenvolver uma pirâmide alimentar adaptada para as gestantes eutróficas na faixa etária de 19 a 30 anos, fundamentada nas diretrizes do guia alimentar para a população bra-sileira. Métodos A construção da pirâmide alimentar foi baseada em dois planos alimentares (2.188kcal referentes ao primeiro trimestre gestacional e 2.502kcal para o segundo e terceiro trimestres gestacionais calculados segundo reco-mendações para esse grupo. Resultados A distribuição percentual dos macronutrientes no plano alimentar proposto para o primeiro trimestre é de: 12% de proteínas, 62% de carboidratos e 26% de lipídeos. No segundo e terceiro trimestres gestacionais os percentuais obtidos são de: 11% para proteínas, 60% para carboidratos e 29% para lipídeos. As porções e os equivalentes foram estabelecidos a partir de adaptações do total energético de cada alimento obtido por Philippi et al. e disponível no guia alimentar para a população brasileira. Os alimentos estão organizados em oito grupos na pirâmide alimentar, independentemente do período gestacional, variando apenas a quantidade de porções recomendada. Conclusão Espera-se que a pirâmide alimentar desenvolvida seja útil aos profissionais de saúde na atenção pré-natal, favoreça a orientação alimentar e nutricional e contribua para promover a adequação do estado de nutrição e saúde da gestante eutrófica, além de contribuir também para reduzir a ocorrência de baixo peso ao nascer, prematuridade e macrossomia.Objective This study aimed at developing a food guide pyramid for well-nourished pregnant women aged 19 to 30 years based on the food guide for the Brazilian population. Methods This food guide pyramid was constructed around two food plans: 2,188kcal for the first trimester of pregnancy and 2,502kcal for the second and third trimesters, calculated according to the recommendations for this population. Results The

  4. Consumo cultural y educación

    OpenAIRE

    Bigott Suzzarini, Belkis V.

    2007-01-01

    El propósito fue sintetizar el estado del conocimiento acerca del consumo cultural, y establecer de forma teórica las posibles implicaciones educativas de este fenómeno. El consumo cultural es definido a partir del análisis de las conceptualizaciones de cultura y consumo cultural derivadas de los estudios de la Escuela Culturalista Latinoamericana. Se realizó una investigación documental asociada a la construcción teórica - conceptual que permitió generar como elementos conclusivos las catego...

  5. Consumo de alimentos fora do domicílio no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilana Nogueira Bezerra

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar características do consumo de alimentos fora do domicílio no Brasil. MÉTODOS: Foram analisados dados do Inquérito Nacional de Alimentação, conduzido com 34.003 indivíduos acima de dez anos de idade em 24% dos domicílios participantes da Pesquisa de Orçamentos Familiares em 2008-2009. O consumo de alimentos e bebidas foi coletado por meio de registros dos alimentos consumidos, tipo de preparação, quantidade, horário e fonte do alimento (dentro ou fora de casa. A frequência de indivíduos que consumiu alimentos fora do domicílio foi calculada segundo faixas de idade, sexo, faixas de renda, área de localização do domicílio, tamanho da família, presença de criança no domicílio e idade do chefe do domicílio no Brasil e em cada região brasileira. Para as análises, considerou-se o peso amostral específico do inquérito e incorporou-se o efeito do desenho amostral. RESULTADOS: O consumo de alimentos fora do domicílio no Brasil foi reportado por 40% dos entrevistados, variando de 13% entre os idosos da região Sul a 51% entre os adolescentes da região Sudeste. Esse percentual diminuiu com a idade e aumentou com a renda em todas as regiões brasileiras; foi maior entre os homens e na área urbana. Os grupos de alimentos com maior percentual de consumo fora de casa foram bebidas alcoólicas, salgadinhos fritos e assados, pizza, refrigerantes e sanduíches. CONCLUSÕES: A alimentação fora de casa apresenta predominância de alimentos de alto conteúdo energético e pobre conteúdo nutricional, indicando que o consumo de alimentos fora do domicílio deve ser considerado nas ações de saúde pública voltadas para a melhoria da alimentação dos brasileiros.

  6. Fruit and vegetable intake by Brazilian adults, 2003 Consumo de frutas e hortaliças na população adulta brasileira, 2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Constante Jaime

    2005-01-01

    Full Text Available This study estimated indicators of fruit and vegetable intake by Brazilian adults and examined the influence of demographic and socioeconomic variables on the consumption of these foods. We used the following indicators: daily fruit intake, daily vegetable intake, and daily consumption of five or more servings of fruits and vegetables per day. Only 41.0% of adults reported daily fruit intake, while 30.0% reported daily vegetable intake. Fruit and vegetable intake was more common in urban as compared to rural areas and increased in both genders with age, schooling, and number of household goods. We conclude that initiatives to promote fruit and vegetable consumption are necessary for the country as a whole, but special attention should be given to younger individuals, males, rural communities, and groups with less schooling and lower income.O presente estudo estimou a freqüência e a distribuição do consumo de frutas e hortaliças e analisou a influência de variáveis demográficas e sócio-econômicas na determinação do padrão de consumo desses alimentos na população adulta do Brasil. Os indicadores do consumo alimentar foram: consumo diário de frutas, de hortaliças, consumo diário de frutas e hortaliças e consumo diário de cinco ou mais porções de frutas e hortaliças. Menos da metade (41,0% dos indivíduos adultos refere o consumo diário de frutas enquanto menos de um terço (30,0% refere o consumo diário de hortaliças. O consumo de frutas e hortaliças é maior nas áreas urbanas do que nas áreas rurais e aumenta com a idade e escolaridade dos indivíduos, e com o número de bens no domicílio, em ambos os sexos. Concluímos que iniciativas de promoção do consumo de frutas e hortaliças devem atender a população como um todo, mas que especial atenção deve ser dada a indivíduos jovens, ao sexo masculino, a áreas rurais e aos estratos populacionais com insuficiente escolaridade e baixa renda.

  7. Use of Piaget's theory in preschool nutrition education Uso da teoria de Piaget na educação nutricional de pré-escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hatice Başkale

    2009-12-01

    Full Text Available The preschool period is a time when children learn many concepts and develop life-long habits. In that period, children learn about appropriate and balanced nutrition and acquire good eating habits for later years. Piaget determined that children's cognitive development is important for their understanding of and learning about the world around them. Piaget's theory can be used as a guide in nutrition education. In fact, it helps to design effective nutrition education appropriate for the developmental stages of childhood. The purpose of this article is to describe Piaget's theory and nutrition education based on this theory. This article will discuss how Piaget's theory is to be used in the development of nutritional habits of preschool children and will make an attempt to provide a viewpoint for those who provide nutrition education.O período pré-escolar é uma época na qual a criança aprende muitos conceitos e desenvolve hábitos que persistem a vida toda. Nesta época, a criança aprende sobre nutrição adequada e balanceada e adquire bons hábitos alimentares para os anos seguintes. Piaget estabeleceu que o desenvolvimento cognitivo de uma criança é importante para a compreensão e o aprendizado do mundo que a cerca. A teoria de Piaget pode ser usada como um guia na educação nutricional. De fato, a teoria ajuda a elaborar uma educação nutricional apropriada para os estágios de desenvolvimento infantis. O objetivo deste artigo é descrever a teoria de Piaget e a educação nutricional com base nesta teoria. Este artigo discutirá como a teoria de Piaget pode ser usada no desenvolvimento dos hábitos nutricionais de pré-escolares na tentativa de apresentar um panorama aos profissionais envolvidos com a educação nutricional.

  8. Cirurgia bariátrica e transtornos alimentares: uma revisão integrativa

    OpenAIRE

    Novelle, Julia M.; Alvarenga, Marle S.

    2016-01-01

    RESUMO Objetivo Realizar revisão sobre transtornos alimentares e comportamentos alimentares transtornados relacionados à cirurgia bariátrica. Métodos Revisão integrativa da literatura nas bases de dados PubMed, Lilacs, Bireme, portal SciELO com descritores indexados com critérios de inclusão: oferecer dado sobre a presença ou frequência de transtorno alimentar e/ou comportamentos alimentares disfuncionais previamente e/ou após a cirurgia. Resultados Foram selecionados 150 estudos (14 na...

  9. Elaboração de questionário de frequência alimentar semiquantitativo para adolescentes da região metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil Development of a semiquantitative food frequency questionnaire for adolescents from the Rio de Janeiro metropolitan area, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Campos Araujo

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a elaboração de um questionário de frequência alimentar para adolescentes do Rio de Janeiro, Brasil. MÉTODOS: Para seleção dos itens alimentares incluídos no questionário de frequência alimentar, utilizaram-se dados de três dias de registro alimentar obtidos em uma amostra de 430 estudantes, na faixa etária de 12 a 19 anos, da rede de ensino estadual de Niterói, Rio de Janeiro. Foram incluídos os itens alimentares mais citados nos registros e que contribuíram com 95% do consumo de energia e nutrientes dos registros alimentares. As porções de referência foram as mais frequentemente referidas nos registros do estudo de base. As opções de frequência foram definidas de forma diferenciada para os diversos itens do questionário. RESULTADOS: Nos registros foram listados 306 alimentos, dos quais 249 itens foram incluídos no questionário, isoladamente ou agrupados, compondo uma lista de 90 itens. Os 14 itens alimentares mais consumidos por adolescentes do Rio de Janeiro, nesse estudo e em estudo anterior, foram associados a oito opções de frequência de consumo; 18 itens alimentares foram acoplados a sete opções de frequência e para 58 itens foram definidas cinco opções de frequência. CONCLUSÃO: O estudo permitiu a elaboração do questionário de frequência alimentar para adolescentes da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, o qual será submetido às análises de reprodutibilidade e validade. Este questionário representa um instrumento valioso para pesquisas epidemiológicas que investiguem o consumo alimentar de adolescentes.OBJECTIVE: The objective of this study was to describe the development of a food frequency questionnaire for adolescents from the Rio de Janeiro metropolitan area, Brazil. METHODS: The selection of food items included in the questionnaire was done by recording the foods consumed during 3 days by 430 students aged 12 to 19 years from the public schools of Niterói (RJ Brasil

  10. Aversão alimentar condicionada para o controle da intoxicação por Ipomoea carnea subsp. fistulosa em caprinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano A. Pimentel

    2013-06-01

    Full Text Available A aversão alimentar condicionada é uma técnica que pode ser utilizada em animais para evitar a ingestão de plantas tóxicas. O presente estudo teve como objetivo testar a eficiência e durabilidade da aversão alimentar condicionada em caprinos para evitar o consumo de Ipomoea carnea subsp. fistulosa. Foram utilizados 14 caprinos jovens da raça Moxotó, que foram adaptados ao consumo da planta. Inicialmente foi administrada I. carnea subsp. fistulosa dessecada e triturada misturada à ração concentrada por 30 dias e, posteriormente, foi fornecida a planta verde por mais 10 dias. Para constatação da adaptação ao consumo da planta os caprinos foram colocados a pastar em um piquete de 510 m² onde tinha sido plantada I. carnea subsp. fistulosa em uma área de 30m² (10 plantas/m². No 42º dia de experimento, após a constatação do consumo espontâneo os animais receberam a planta verde individualmente na baia por alguns minutos, e todos os animais que consumiam qualquer quantidade da planta foram tratados com uma solução de LiCl na dose 175mg por kg de peso vivo. Este procedimento repetiu-se por mais dois dias. Posteriormente, os caprinos foram divididos em dois grupos: Grupo 1 com seis animais, quatro deles avertidos e dois não avertidos (facilitadores; e o Grupo 2, com oito caprinos, todos avertidos. Para constatar a eficiência e duração da aversão e a influência de animais facilitadores na durabilidade da aversão, os caprinos foram colocados a pastar, em dias alternados, três dias por semana, durante duas horas, no piquete plantado com I. carnea subsp. fistulosa. Por 12 meses os animais foram monitorados durante o pastejo, identificando-se o consumo e a preferência dos animais pelas plantas presentes no piquete. No Grupo 1 tanto os caprinos avertidos quanto os não avertidos iniciaram a ingerir a planta em 1-6 semanas e gradualmente foram aumentando a planta consumida, mas nunca a ingeriram exclusivamente. Nenhum caprino

  11. Avaliação da qualidade protéica de dois suplementos alimentares em ratos Wistar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. M. V. NAVES

    2008-10-01

    Full Text Available

    O objetivo da pesquisa foi avaliar a qualidade protéica de dois suplementos alimentares - um, formulado protéico em pó (produto em fase de teste e gelatina. Seis grupos de seis ratos machos Wistar recém-desmamados foram alimentados durante catorze dias com as seguintes dietas: controle (C10 - caseína, formulado protéico (FP10 e gelatina (G10 ao nível de 10 % de proteína; misturas de caseíma com formulado protéico (C7 FP3 ou gelatina (C7G3 (7:3 em base protéica, respectivamente; e dieta aprotéica. As dietas contendo o formulado protéico apresentaram boa qualidade protéica, segundo os índices NPR (Net Protein Ratio e NPU (Net Protein Utilization, sem diferenças significativas entre C7 FP3 e C10 (NPR= 4,00 e 4,11, e NPU= 65% e 67%, respectivamente. Os animais alimentados com gelatina (G10 e com dieta aprotéica perderam peso corpóreo e apresentaram pesos semelhantes dos fígados e inferiores aos dos demais grupos de ratos. O valor protéico da mistura caseína-gelatina (C7G3 foi menor que o da caseína (NPR relativo= 77 %, p<0,05. O formulado protéico constitui uma fonte de proteína de boa qualidade e seu uso como suplemento alimentar pode ser indicado em situações especiais. A gelatina, por sua vez, não pode ser considerada um complemento ou suplemento nutricional, pois não atende às necessidades protéicas do organismo e pode prejudicar a disponibilidade biológica de proteínas de boa qualidade.

  12. A lógica do consumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Eloy Zaidan

    2017-06-01

    Full Text Available Referência da obra resenhada: LINDSTROM, Martin. A lógica do consumo: verdades e mentiras sobre por que compramos. Tradução: Marcello Lino. Rio de Janeiro: Harper Collins Brasil, 2016.

  13. MOTIVAÇÕES DE CONSUMO, BENEFÍCIOS VALORIZADOS E SATISFAÇÃO DOS CONSUMIDORES DE PRODUTOS LÁCTEOS FUNCIONAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo de Carvalho Leite

    2012-04-01

    Full Text Available Nesta pesquisa procurou-se identificar as principais motivações de consumo, benefícios mais valorizados e o grau de satisfação dos consumidores de produtos lácteos funcionais. Uma survey via Internet foi realizada com 423 consumidores. A amostra representa, predominantemente, consumidores do sexo feminino (57,9%, com idade entre 25-44 anos (68,6%, com renda familiar entre 3-10 salários mínimos (48%, com ensino superior (29,8% ou com pós-graduação (70,2%. Os principais resultados auferidos neste estudo indicam que a principal motivação de consumo está relacionada à "manter hábitos de vida saudáveis" e o benefício funcional mais valorizado nessa categoria de produtos é o auxílio no funcionamento do intestino -relacionado ao consumo de fibras alimentares. Finalmente, 54,9% dos consumidores entrevistados declaram-se "satisfeitos" e "muito satisfeitos" com os benefícios percebidos após o consumo dessa categoria de produto.

  14. CONSUMO DE DROGAS EN ADOLESCENTES ESCOLARIZADOS INFRACTORES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José-María Faílde Garrido

    2015-01-01

    Full Text Available En las últimas décadas ha habido un interés creciente en la investigación acerca del consumo de drogas en los adolescentes. Sin embargo, es muy poco lo que conocemos sobre el consumo de sustancias en adolescentes infractores. Este estudio tiene como objetivo describir los patrones de consumo de drogas en adolescentes infractores de Galicia escolarizados en 4.º de Educación Secundaria Obligatoria (ESO y compararlos con los de estudiantes no infractores de su mismo nivel educativo y edad. La muestra total fue de 491 participantes, de los cuales 92 eran adolescentes infractores y 399 adolescentes no infractores. Los resultados indican diferencias estadísticamente significativas en el consumo de sustancia entre ambos grupos, siendo más elevado en los adolescentes infractores. Asimismo, se han detectado diferencias significativas en el porcentaje de policonsumidores, en el número de sustancias consumidas y en la edad de inicio de consumo de sustancias. En conclusión, los resultados ponen en evidencia la necesidad de intervenciones educativas dirigidas a prevenir el consumo de drogas en este colectivo.

  15. EDUCACIÓN PARA EL CONSUMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. L. Castillejo

    2011-01-01

    Full Text Available El consumo es un fenómeno de gran peso en la vida actual de los países desarrollados y también de los que están en vías de desarrollo, sinónimo de felicidad y de estatus personal. Por todo ello el consumo merece ser objeto de la educación. En la educación para el consumo resulta clave la implicación familia- escuela, puesto que los padres marcan las primeras pautas en este terreno, junto al contexto social y los medios de comunicación. La educación para el consumo implica información, capacidad de análisis crítica de las situaciones y sensibilidad respecto a las consecuencias del consumo desmedido, que pone en peligro la supervivencia misma del planeta. El consumo se enfrenta así con la escala de valores que la educación debe defender.

  16. Consumo de antimicrobianos en APS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Cristina Lara Bastanzuri

    2003-08-01

    Full Text Available Con el propósito de describir el patrón de uso de los medicamentos para el tratamiento con antimicrobianos en APS en Cuba en el período de 1989 al 2000, se diseñó un estudio descriptivo, observacional y retrospectivo clasificado dentro de los estudios de utilización de medicamentos como de consumo. Para ello se calcularon las dosis diarias definidas cada día de determinado fármaco de los grupos clasificados según ATC como tetraciclinas, anfenicoles, penicilinas de amplio espectro, cefalosporinas, sulfonamidas y trimetoprim, macrólidos, estreptomicinas y quinolonas. Además, se tomaron las cifras de pacientes inscriptos a penicilina benzatínica y se comparó con la población expuesta obtenida a partir de las DHD. Las penicilinas son las de mayor consumo con tendencia al aumento, igual que los aminoglucósidos, mientras que la tetraciclina presenta cifras mayores de DHD. La tendencia del cloranfenicol es a disminuir. La población expuesta está muy por debajo de los pacientes inscriptos en penicilina benzatínica y las líneas de tendencia no son similares. Excepto la docixiclina, el resto de los antimicrobianos recomendados en la Guía Terapéutica para APS se encuentran en el Listado Básico de Medicamentos del país para el nivel primario de atención médica.With the objective of describing the pattern of drug use in antimicrobial-based treatment in the primary health care in Cuba from 1989 to 2000, we designed a retrospective descriptive and observational study, classified into the study of drug use as consumption. To this end, the daily doses of certain drugs from the ATC-classified groups were calculated, which included tetracycline, amphenicols, broad spectrum penicilins, cephalosporins, sulfonamides, trimethoprim, macrolides, streptomycin and quinolones. Also, the number of patients registered as benzathine peniciline consumers was taken and compared to the exposed population data obtained from the DHD. Penicillins are the

  17. Avaliação dos efeitos do aspartame sobre a ingestão alimentar, os parâmetros físicos, bioquímicos e histopatológicos em ratos Wistar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.E. Silva

    Full Text Available RESUMO Nos últimos anos, tem-se observado um aumento no consumo de alimentos diet e light por adolescentes ou por aqueles que estão à procura de uma alimentação com baixo teor calórico, surgindo, assim, diversos edulcorantes, como o aspartame. Porém, seu consumo ainda gera polêmica, devido a muitos dados contraditórios e inconclusivos. Diante disso, objetivou-se avaliar os efeitos da suplementação de aspartame sobre ingestão alimentar, parâmetros físicos, bioquímicos e histopatológicos em 18 ratos machos da linhagem Wistar, com cinco semanas de vida (ratos jovens, tratados durante 21 dias. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: grupo controle (GC - tratados com água destilada por gavagem, e o grupo aspartame (GA - tratados diariamente com 2mL/100g/dia de aspartame. Todos os animais receberam ração comercial (Essence(r e água ad libitum. O controle da ingestão alimentar foi registrado semanalmente. Foram aferidos os parâmetros físicos por meio da análise do peso corporal, da circunferência toráxica, da circunferência abdominal, do comprimento vértice-cóccix, da gordura abdominal total e do cálculo do índice de massa corporal; os parâmetros bioquímicos foram analisados por meio da glicemia, da lipoproteína de alta densidade e dos triglicerídeos; além de tais análises, foi realizado o estudo histopatológico do fígado. Durante todo o experimento, os ratos tratados com aspartame apresentaram um aumento significativo no peso corpóreo e na ingestão alimentar quando comparados ao grupo controle. Não houve diferença nas demais análises tanto físicas, quanto bioquímicas e histopatológicas comparando-se o GA com o GC (P<0,05. Com base nos resultados obtidos, é possível inferir uma maior chance de desenvolvimento da obesidade, oriunda do consumo regular desse tipo de adoçante, já que ele comprovou ser capaz de estimular o consumo de alimentos e, consequentemente, o ganho de peso corpóreo.

  18. ATITUDES DO CONSUMIDOR EM RELAÇÃO A UM PRODUTO ALIMENTAR: TENDÊNCIAS DO SETOR DE ALIMENTOS CONGELADOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislayne Silva Goulart

    2016-03-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de um estudo exploratório, que pretendeu identificar a atitude de 476 consumidores de Campo Grande/MS em relação a um produto alimentar [pão de queijo congelado] e as variáveis socioeconômicas que mais determinam a frequência de consumo do mesmo. Este estudo faz parte de uma pesquisa maior, financiada pelo CNPq, que está sendo desenvolvida em parceria entre UFMS e o SENAI/MS. Para o tratamento dos dados, foi realizada a análise estatística descritiva, seguida da análise Multinomial Logit com o auxílio do software Stata. Os resultados dessas análises permitiram identificar que independente da frequência de compra, mais da metade dos consumidores de alimentos agrupados em cada nível de frequência de compra consideram que pão de queijo congelado é sinônimo de comida prática/rápida e que as variáveis socioeconômicas – gênero, escolaridade, renda e situação conjugal são estatisticamente significativas. Assim, são determinantes da frequência de compra do produto.

  19. Aleitamento materno e caracterização dos hábitos alimentares na primeira infância: experiência de São Tomé e Príncipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana e Silva

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivos: avaliação da amamentação, da diversificação e frequência alimentar, em crianças de São Tomé e Príncipe (STP. Métodos: trata-se de uma amostra constituída por 1285 crianças. O protocolo incluiu a prevalência do aleitamento materno exclusivo (AME e Total (AMT, início da diversificação alimentar (DA e um questionário de frequência alimentar. O tratamento estatístico foi efetuado no SPSS®. Os resultados foram apresentados de acordo com o total da amostra. Resultados: 45,5% são do sexo feminino e a média de idades 26±18 meses. 46,6% fez AME até aos 6 meses (média 5±2. A média de AMT foi 12±7 meses e o início da DA aos 6±3 meses (mediana=6, sendo as farinhas e a canja de peixe os primeiros alimentos oferecidos. 42% das crianças são incluídas na dieta familiar aos 7±3 meses (mediana=6. Elevada porcentagem de crianças nunca ingere: leite de vaca (74% ou iogurte (40%, contrariamente ao elevado consumo de óleo alimentar (34% e açúcar (33%. A idade média de iniciação da cerveja é aos 18±12 meses e vinho de palma 13±10 meses. Conclusões: observa-se uma elevada prevalência de AME e uma precoce introdução da DA. Embora existam recursos alimentares disponíveis, não há informação/ formação adequada para elaborar um plano alimentar saudável durante a infância.

  20. Ortorexia nervosa em estudantes de nutrição: associações com o estado nutricional, satisfação corporal e período cursado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda R. O. Penaforte

    Full Text Available RESUMO Objetivo Identificar a prevalência de comportamentos com tendência a ortorexia nervosa (ON e suas associações com o estado nutricional, satisfação corporal e período cursado em estudantes de nutrição. Métodos Participaram do estudo 141 estudantes (com idade média de 21,5 ± 3,5 anos. A tendência à ON foi avaliada por meio do questionário para identificação da ON (ORTO-15 e a satisfação corporal, pelo Body Shape Questionnaire. A classificação do estado nutricional foi feita pelo IMC (kg.m-2. Associações entre as variáveis foram avaliadas pelo teste do qui-quadrado (p < 0,05. Resultados Comportamentos alimentares com tendência a ON foram identificados em 87,2% dos estudantes. Os estudantes com ON apresentaram mais insatisfação corporal (χ2 = 7,48; p = 0,005 e excesso de peso (χ2 = 6,56; p = 0,010. Não foi observada associação entre a ON e o período cursado. Conclusão Os resultados demonstram que os estudantes de nutrição parecem ser uma população especialmente em risco para tendência à ON, independentemente do período cursado. A maior frequência de estudantes com ON e excesso de peso e insatisfação corporal pode sugerir que tais condições, que comumente cursam com preocupações com alimentação saudável, podem facilitar o início do desenvolvimento de comportamentos alimentares associados a ON.

  1. Prática alimentar e de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas e privadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Freitas Campos

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prática alimentar e o nível de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas (EPu e privadas (EPr de Fortaleza-CE. Métodos: Estudo transversal realizado com 272 adolescentes de Epu e EPr, no período de abril de 2007 a maio de 2009. Aplicou-se um questionário contendo dados de identificação (idade, sexo, antropométricos (peso e altura, situação escolar, prática alimentar e nível de atividade física. Resultados: Dos avaliados, observou-se que 160 (58,8% eram do sexo feminino, com idade média de 16,5 anos (±1,31. Houve prevalência da obesidade moderada, com 85,5%, (n=171 na EPu e 76,4%, (n=55 na EPr. Não se constatou diferença entre o grau de obesidade e a rede escolar. Sobre a prática