Sample records for trh
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

TRH e trombofilia: qual a importância?

MARGARIDO, PAULO FRANCISCO RAMOS; BAGNOLI, VICENTE RENATO; FONSECA, ANGELA MAGGIO DA
2002-03-01

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Variação da densidade mamográfica em usuárias e não-usuárias de terapia de reposição hormonal/ Mammographic density variation in users and nonusers of hormonal replacement therapy

Santos, Cesar Cabello dos; Pinto-Neto, Aarão Mendes; Costa-Paiva, Lúcia Helena Simões; Brenelli, Henrique Benedito
1998-07-01

Resumo em português Objetivo: comparar, caso a caso, as mudanças de densidades mamográficas segundo a digitalização de imagens, em três avaliações consecutivas, em usuárias ou não de terapia de reposição hormonal (TRH). Métodos: avaliamos 59 mulheres na pós-menopausa, sendo 43 usuárias de terapia de reposição hormonal (estro-progestino cíclico ou contínuo) e 16 não-usuárias. Os critérios de inclusão foram: amenorréia de pelo menos 12 meses e exame mamográfico normal, (mais) em duas incidências (médio-lateral e craniocaudal), no início da TRH ou do seguimento clínico para as pacientes sem TRH. Para a avaliação do comportamento da densidade mamária, foram usadas as seguintes variáveis: mudança inicial - diferença entre a primeira mamografia realizada em 12 ± 3 meses após início da TRH e a mamografia pré-TRH e mudança final - diferença entre a segunda mamografia realizada em 24 ± 3 meses após início da TRH e a mamografia pré-TRH. Os testes de Wilcoxon e de chi² foram aplicados para avaliar as diferenças de mudanças de densidades mamográficas. Resultados: nas usuárias de TRH, mais da metade das mulheres (56,3%) com aumento inicial da densidade mamográfica permaneceram com aumento após a avaliação final. Esse achado não foi significativo (p=0,617). Nesse mesmo grupo, a ausência de aumento da densidade na avaliação inicial esteve associada ao não aumento na avaliação final de forma significativa (p=0,017). Dentre as não-usuárias de TRH, todas as mamas, que não eram totalmente substituídas por gordura na avaliação inicial apresentaram diminuição da densidade mamográfica na avaliação final. Conclusões: a maioria das usuárias de TRH que apresentaram aumento da densidade mamográfica em uma primeira avaliação, após aproximadamente um ano de uso, permaneceram com aumento em uma segunda avaliação. Com o passar do tempo, as não-usuárias de TRH apresentaram tendência à diminuição da densidade mamográfica de forma significativa (p=0,003). Resumo em inglês Objective: to compare mammographic density changes, case by case, according to image digitization in three consecutive evaluations of users or nonusers of hormonal replacement therapy (HRT). Methods: 59 postmenopausal women were evaluated, 43 being users of cyclic or continuous estro-progestin hormonal replacement therapy, and 16 nonusers. The criteria of inclusion were: amenorrhea for at least 12 months, a normal mammographic examination at the beginning of the HRT (user (mais) s) or the clinical follow-up without HRT (nonusers), at two incidences (mediolateral and craniocaudal). The following variables were used for the evaluation of mammary density: initial change - the difference between the first mammography after HRT performed in 12 ± 3 months and the mammography performed before HRT-and final change - the difference between the second mammography after HRT performed in 24 ± 3 months and the mammography performed before HRT. Wilcoxon and c² tests were used in order to evaluate the differences in mammographic density changes. Results: more than half (56.3%) of the women, HRT users with initial increase in mammographic density remained with the increase after the final evaluation. This finding was not significant (p=0.617). In the same group, the initial nonincrease was significantly associated with the final nonincrease (p=0.017). Among the nonusers, all breasts that were not totally fat at the initial evaluation presented a mammographic density decrease at the final evaluation. Conclusions: the majority of HRT users presenting mammographic density increase at the first evaluation, after approximately one year of use, remained with the increase at a second evaluation. After some time, the nonusers tended to present a significant mammographic density decrease (p=0.003).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Vias dopaminérgicas e somatostatinérgicas diminuem o TSH sérico em ratos portadores de carcinoma mamário walker-256/ Dopaminergic and somatostatinergic pathways decrease serum thyrotropin in rats bearing the 256-walker mammary carcinoma

Monte, Osmar; Zyngier, Szulin; Kimura, Edna T.; Bianco, Antonio C.
2005-04-01

Resumo em português A função do eixo hipotálamo-hipófise-tireóide em animais portadores da "síndrome do T3 baixo", foi estudada em ratos implantados com o tumor de Walker-256. Ratos machos adultos foram injetados com 1 x 106 células tumorais viáveis, por via SC, e sacrificados após 10 dias. A intensidade da síndrome guardou relação positiva com o tamanho do tumor desenvolvido. Houve diminuição da atividade tireoideana documentada pela diminuição da área nuclear das células (mais) foliculares, das concentrações plasmáticas do T4, da rTg e da captação do 131I. Mesmo o implante SC de um pellet de TSH de liberação lenta causou menor estimulação tireoideana, avaliada após 2 e 24h nos ratos com tumor. A secreção do rTSH avaliada através da administração IV de TRH mostrou-se significativamente diminuída nestas condições, indicando aumento do tônus inibidor hipotalâmico sobre a secreção deste hormônio. A participação de outros neuro-mediadores hipotalâmicos foi verificada através da administração prévia de metoclopramida e/ou fisostigmina, com ou sem estímulo subseqüente pelo TRH. Nos animais tratados com metoclopramida, os valores do rTSH aumentaram significativamente, assim como a resposta ao estímulo de secreção pelo TRH. A fisostigmina mostrou-se mais eficiente na mediação da resposta de secreção do rTSH, bem como na resposta ao estímulo de secreção pelo TRH. A administração concomitante dos dois fármacos, seguida do estímulo pelo TRH, normalizou a secreção do rTSH. Conclui-se que, além das alterações conhecidas do metabolismo das iodotironinas, a secreção de TSH encontra-se diminuída nos animais portadores de tumor de Walker-256, sugerindo diminuição global do tônus tireoideano. Resumo em inglês The hypothalamus-pituitary-thyroid axis was studied in rats with the "low T3 syndrome" caused by the implantation of the Walker-256 mammary carcinoma. Male adult rats were injected s.c. with 1 x 106 viable tumoral cells and killed 10 days later. The tumor development was associated with decreased thyroid activity characterized by a ~15% reduction in the nuclear area of the thyrocytes and 131I-thyroid uptake (down by ~50%), as well as about 70% lower serum levels of T4 and (mais) rTg. The functional thyroidal response to exogenous TSH was decreased in the tumor-bearing rats, as well as the rTSH secretion in response to TRH (50ug/kg). To investigate the role of other hypothalamic neuromediators in this process, tumor-bearing rats received an i.v. injection of metoclopramide (5mg/kg) and/or physostigmine (12.5ug/kg), with or without concomitant stimulus with TRH. Each drug improved the rTSH response to TRH, which in the case of physostigmine, almost normalized. When both drugs were injected simultaneously the rTSH response to TRH returned to normal. Thus, in addition to the well known alterations in the extrathyroidal metabolism of thyroid hormones, TSH secretion is decreased in rats with the Walker-256 tumor, indicating a generalized reduction in the thyroid function.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Avaliação tomográfica e tensiométrica de fêmures de ratas ooforectomizadas submetidas à terapia de reposição hormonal/ Tomografic and tensiometric assessment of femurs of oophorectomized rats submitted to hormone replacement therapy

Martynetz, Fábio Alexandre; Biondo-Simões, Maria de Lourdes Pessole; Martynetz, Juliano Rodrigo; Martynetz, Tatiana Daher; Zimerman, Elise; Mello Neto, Heraldo
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar os efeitos da TRH na avaliação biomecânica e tomográfica dos fêmures de ratas submetidas à menopausa induzida. MÉTODOS: Foram divididas igualmente em três grupos 45 ratas Wistar adultas. O primeiro e o segundo constituíram-se de ratas ooforectomizadas e o terceiro, o grupo controle, de ratas não ooforectomizadas. Após a constatação da falência hormonal (citologia esfoliativa). somente o primeiro grupo recebeu TRH, durante dois meses. Após (mais) esse período, os fêmures foram desarticulados e submetidos a testes biomecânicos através de máquina universal de ensaios para avaliação da resistência e submetidos a tomografia para determinação da densidade óssea. RESULTADOS: A citologia esfoliativa demonstrou indução de falência hormonal em todos os animais ooforectomizados. Notou-se diferença significante (p = 0,030) entre os grupos ao se mensurar a força máxima de resistência, maior no grupo que recebeu TRH. Observou-se maior fragilidade óssea nos animais ooforectomizados sem TRH quando comparados com os com TRH (p = 0,010) em relação ao grupo controle (p = 0,0107). Houve aumento da resistência óssea nas ratas ooforectomizadas com TRH em relação às sem TRH e valores semelhantes aos do grupo controle (p = 0,179). Na avaliação tomográfica, não se encontraram diferenças significantes entre os grupos (p = 0,625). CONCLUSÃO: Observou-se aumento significativo da resistência óssea com a utilização de TRH. No entanto, o tratamento com TRH não apresentou alteração significante da densidade mineral óssea. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the effects of Hormone Replacement Therapy on the biomechanical and tomographic evaluation of femurs of rats submitted to induced menopause. METHODS: Forty-five adult Wistar rats were divided equally into three groups. The first and second groups consisted of rats submitted to oophorectomy, and the third was the control group, consisting of non-oophorectomized rates. After observing hormonal failure (exfoliative cytology), only the first group receiv (mais) ed HRT, over a two-month period. After this period, the femurs were disarticulated and submitted to biomechanical tests in a universal testing machine to evaluate stamina, and submitted to tomographic evaluation to determine mineral bone density. RESULTS: The exfoliative cytology showed induction of hormonal failure in all the animals oophorectomized. A significant difference (p=0.030) was observed between the groups in the measurements of maximum stamina, which was higher in the group with HRT. Greater bone fragility was observed in the oophorectomized animals that did not receive HRT, compared with those that received HRT (p=0.010) in relation to the control group (p=0.0107). There was in increase in bone strength in the oophorectomized rats with HRT compared with those without HRT, and similar values to the control group (p = 1.179). In the tomographical evaluation, no significant differences were found between the groups (p=0.625). CONCLUSION: A significant increase in bone strength was observed with the use of HRT. However, treatment with HRT did not show any significant alteration in bone mineral density.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Densidade mamográfica em mulheres climatéricas em uso de terapia de reposição hormonal/ Mammographic parenchymal pattern in climacteric women receiving hormone replacement therapy

Araújo, Herberth Régis de; Costa, Laura Olinda Bregieiro Fernandes; Miranda, Norma Médicis Maranhão; Colares, Márcia Cristina Ramos
2004-01-01

Resumo em português OBJETIVOS: avaliar a densidade mamográfica antes e após um ano de terapia de reposição hormonal. METODOLOGIA: participaram 70 mulheres climatéricas, admitidas em Ambulatório do Climatério. As pacientes usaram, regularmente, a TRH estrogênica ou estroprogestativa por um ano, possuíam uma mamografia basal e, outra após um ano de TRH. Os esquemas de TRH possuíam a mesma bioequivalência hormonal. Foram avaliados: a densidade mamográfica antes e após um ano de TR (mais) H, faixa etária, estado da função ovariana, índice de massa corporal, relação cintura/quadril, e o tabagismo. A densidade mamográfica foi avaliada segundo BI-RADS do Colégio Americano de Radiologia (1998), e classificada em: A) mamas inteiramente lipossubstituídas, B) mamas lipossubstituídas com parênquima glandular disperso, C) mamas heterogeneamente densas e D) mamas extremamente densas. Foi proposta subdivisão das categorias em A e A1, B e B1, C e C1, D e D1, às quais atribuiram-se escores iniciais (antes da TRH) e finais (após um ano de TRH), que variaram de 1 a 8, respectivamente. Foram computadas as proporções de mulheres que mostraram aumento, diminuição ou não modificaram a densidade mamográfica, após 1 ano de TRH. Além disso, calcularam-se variações nos escores iniciais e após um ano de TRH, utilizando-se o teste t pareado do SPSS. RESULTADOS: a densidade mamográfica aumentou em 22,9%, diminuiu em 7,1; e em 70% permaneu inalterada. Constatamos diferença nas médias dos escores basal (2,2 ± 1,82) e após um ano da TRH (2,5 ± 1,9) (p = 0.019). A relação cintura/quadril foi significativamente maior (0,87) nas mulheres que mostraram aumento da densidade mamográfica, quando comparadas àquelas que mostraram diminuição ou não alteraram a densidade mamográfica (0,82), após um ano de TRH. CONCLUSÕES: a TRH, após um ano de uso, pode aumentar a densidade mamográfica, principalmente em mulheres com distribuição da gordura corporal tipo androgênica. Resumo em inglês PURPOSE: to measure changes and predictors of changes in mammographic density of climacteric women, before and one year after hormone replacement therapy. METHODS: seventy climacteric women of 45 years or more participated in the study. They were followed-up at a Climacteric Outpatient Service. All of them used regularly either estrogenic or estroprogestative HRT for one year. They were submitted to one basal mammography and another at the end of the first year. HRT sched (mais) ules could be different from each other, although with the same bioequivalence. Mammographic density was evaluated blindly at the beginning and at the end of the treatment. Age, ovarian function, time since menopause, body mass index, waist/hip ratio, age at menarche, age at first pregnancy, and smoking were evaluated as well. Mammographic density was classified according to the American College of Radiology BI-RADS system into one of the following four parenchymal patterns: A) entirely liposubstituted breasts, B) liposubstituted breasts with disperse glandular parenchyma, C) heterogeneously dense breasts, and D) extremely dense breasts. We proposed a subdivision of each category in to A e A1, B e B1, C and C1, D and D1 in order to identify smaller variations in mammographic density. Therefore, we attributed initial and final scores of 1-8 to each of the patients according to the mammographic density before and after HRT, corresponding to categories A to D1. The proportions of women that presented increase, decrease and no variation in mammographic density after 1 year of HRT were calculated. In addition, we estimated initial to final score variation using the paired t-test of the Statistical Package for Social Sciences (SPSS). RESULTS: mammographic density increased in 22.9%, decreased in 7.1% and did not change in 70% of the studied cases. A significant difference was observed between the score means before (2.2±1.82) and after HRT (2.5±1.9) (p=0.019). The androgenic distribution of body fat was associated with a denser mammographic pattern. CONCLUSIONS: an increase in mammographic density was shown in women undergoing HRT, and was most pronounced in women with androgenic fat distribution. Additional studies must be carried out in order to evaluate if this increment in mammographic density could impair the mammographic screening of breast cancer.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Efeitos da terapia de reposição hormonal na cicatrização de anastomoses de cólon/ Effects of hormonal replacement therapy on colon anastomosis healing in rats

Biondo-Simões, Maria de Lourdes Pessole; Zimmermann, Elise; Daher, Tatiana Sato; Borsato, Karin Soldatelli; Noronha, Lucia de
2005-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Existe coincidência entre os sintomas do climatério e o aparecimento acentuado dos sinais de envelhecimento da pele. Estudos, em modelos animais, mostraram que o estrógeno é uma espécie de mediador crítico na cicatrização de feridas. Os autores apresentam um estudo da influência da terapia de reposição hormonal (TRH) em anastomoses de cólon, feitas em ratas. MÉTODOS: Utilizam 3 grupos de ratas Wistar, um grupo de ooforectomizadas com TRH feita com 5 (mais) 0mg de estrógeno e 2 mg de acetato de medroxiprogesterona, um de ooforectomizadas e sem TRH e um de ratas laparotomizadas e não ooforectomizadas. Realizaram a ooforectomia e a confirmação da condição hormonal após 28 dias. Em seguida instituíram a TRH ou de solução fisiológica, diariamente. Após 2 meses fizeram uma colotomia esquerda com anastomose término-terminal e estudaram a resistência e a densidade de colágeno com 7 e 14 dias. RESULTADOS: As anastomoses dos cólons das ratas sem TRH eram menos resistentes do que as do grupo controle tanto no 7.º dia (p=0,0488) como no 14.º dia (p=0,0115). A densidade de colágeno foi menor no 7.º dia (p=0,0210) com menor presença de colágeno I (p=0,0023) e de colágeno III (p=0,0470). No 14.º dia estas diferenças permaneceram significantes. Nas anastomoses dos cólons das ratas com TRH as diferenças, em relação ao grupo controle, não foram significantes. CONCLUSÃO: A falta dos hormônios ovarianos leva à menor resistência e atrasa a maturação de anastomoses do cólon, em ratas e estas deficiências são compensadas pela TRH. Resumo em inglês PURPOSE: The symptoms of the climacteric coincide with the marked appearance of signs of skin aging. Studies on animal models have shown that estrogen is a critical mediator in wound healing. The authors report a study of the influence of hormonal replacement therapy (HRT) on colon anastomoses performed in female rats. METHODS: Three groups of Wistar rats were used: one submitted to oophorectomy and receiving HRT with 50 mg estrogen and 2 mg medroxyprogesterone acetate, o (mais) ne submitted to oophorectomy without HRT, and one of laparotomized but not oophorectomized rats. Hormonal condition was confirmed 28 days after oophorectomy and HRT or physiological saline was then administered daily. Left colotomy was performed after 2 months with end-to-end anastomosis, and resistance and collagen density were determined after 7 and 14 days. RESULTS: the anastomoses of the colons of rats receiving no HRT were less resistant than those of the control group both on the 7th (p=0.0488) and 14th (p=0.0115) day. Collagen density was lower on the 7th day (p=0.0210), with a lower presence of collagen I (p=0.0023) and collagen III (p=0.0470), and these differences continued to be significant on the 14th day. The colon anastomoses of rats receiving HRT did not differ significantly from control. CONCLUSION: The lack of ovarian hormones leads to a lower resistance and delays the maturation of colon anastomosis in rats and these deficiencies are compensated for by HRT.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Tratamento da osteoporose pós-menopansa

Leite, Maria Odette Ribeiro
1999-12-01

Resumo em português A osteoporose pós menopausa é a forma mais freqüente de osteoporose. Como a evolução da osteoporose é silenciosa, é importante a sua prevenção. A reposição hormonal é a indicação mais fisiológica para prevenção e tratamento. Comentamos as várias opções terapêuticas do tratamento da osteoporose pós menopausa em pacientes em que há contra-indicação ou recusa para TRH, não há resposta do metabolismo ósseo ao TRH ou quadro de osteoporose instalada. Resumo em inglês Postmenopausa osteoporosis is the most frequent type of osteoporosis. As its course is usually symptomless it is quite important the prevention of its complications. HRT is the most importante prevention measurement. In this paper other forms of therapeutics are discussed when HRT can not be utilized, or there is no adherence of the patient or lack of bone response to this treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Efeito da terapia de reposição hormonal sobre o estado férrico/ Effect of hormone replacement therapy in iron status

Résio, Maria Paula Zanetti; Souza, Ana Maria de; Toloi, Maria Regina Torqueti; Gregório, Zita Maria de Oliveira; Montes, Marlise Bonetti Agostinho; Franceschini, Silvio Antônio; Castro, Fabíola Attié de
2003-01-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: Na literatura, numerosas publicações relatam a determinação do estado férrico em crianças, adolescentes e mulheres em fase reprodutiva, no entanto são raras as pesquisas quanto às alterações do ferro em estoque e eritrograma pós-terapia de reposição hormonal (TRH) em pré-menopausadas e menopausadas. O aumento dos estoques de ferro em mulheres pré-menopausadas e menopausadas pode conduzir à elevação do estresse oxidativo e, conseqüentemente (mais) , ao risco de desenvolvimento de câncer e doenças cardiovasculares. OBJETIVO: Avaliar o efeito da TRH sobre o eritrograma e o estado férrico em mulheres na pré-menopausa e na menopausa. MÉTODOS: Foram determinados os eritrogramas e as dosagens de ferro, capacidade total de ligação do ferro a transferrina (CTLF) e ferritina séricas em 30 mulheres no climatério antes e após seis meses de TRH com medroxiprogesterona e estradiol. Os eritrogramas, as dosagens de ferro e CTLF foram determinados por meio da utilização de métodos clássicos, e a ferritina, por quimiluminescência. RESULTADOS: Após o uso da TRH, constataram-se significante redução do número de eritrócitos, elevação dos índices hematimétricos e tendência à diminuição nos níveis de ferro sérico e CTLF. Nenhuma alteração significante nos níveis de ferritina e no índice de saturação de transferrina foi detectada após a TRH. DISCUSSÃO E CONCLUSÃO: No presente estudo não foram encontradas alterações nos parâmetros hematimétricos e no estado férrico que impeçam a utilização da TRH no climatério e na menopausa. Os resultados sugerem que a TRH exerceu efeito benéfico sobre o estado férrico nas mulheres no climatério deste estudo, mantendo os estoques de ferro normais e promovendo a elevação dos índices hematimétricos. Resumo em inglês BACKGROUND: In literature there are many studies about iron status in children, adolescents and fertile women, but investigations of iron stores and erythrocyte parameters variation after hormone replacement therapy (HRT) are rare. Elevated iron stores, oxidative stress, and estrogen deficiency may place premenopausal and menopausal women in a risk of developing heart disease and cancer. OBJECTIVE: To evaluate the effect of HRT in erythrogram and iron status in premenopau (mais) sal and menopausal women. METHODS: Hematological indices and iron status were assessed by erythrogram, serum ferritin, iron and transferrin iron-binding capacity (TIBC) in 30 pre- and menopausal women before and after HRT with medroxiprogesterone and estradiol. The blood exam, serum iron and iron-binding capacity were determined by laboratory classic methods, while ferritin was measured by quimiluminescent assay. RESULTS: HRT use was followed by a significant reduction in the absolute number of erythrocyte, an increase of hematimetric indexes and a trend towards a reduction of serum iron levels and TIBC. No alterations on serum ferritin and transferrin saturation index were detected after HRT. DISCUSSION AND CONCLUSION: In the present study, alterations in red cell and iron parameters, which could impair the use of HRT in premenopausal and menopausal women, were not observed. Our results suggest that HRT in premenopausal women are beneficial to iron status, maintaining normal iron stores and promoting elevation of red cells indexes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Avaliação do eixo hipotalâmico-hipofisário-tireoidiano em crianças com síndrome de Down/ Evaluation of the hypothalamic-pituitary-thyroid axis in children with Down syndrome

Oliveira, Ana Tereza de A.; Longui, Carlos A.; Calliari, Luis Eduardo P.; Ferone, Eduardo de A.; Kawaguti, Fábio S.; Monte, Osmar
2002-01-01

Resumo em português Objetivo: determinar a secreção de TSH em crianças com síndrome de Down, sem quadro clínico-laboratorial clássico de hipotireoidismo. Métodos: analisou-se 14 crianças com síndrome de Down e idade média de 3,4 (±1,8) anos. Excluiu-se pacientes com sintomas clássicos de hipotireoidismo ou hipertireoidismo, ou que apresentassem anticorpos antitireóide positivos. Os pacientes foram comparados a um grupo controle de 16 pacientes com idade média de 11,8 (±3,8) an (mais) os e diagnóstico de baixa estatura familial ou atraso constitucional do crescimento. Foram determinadas as concentrações de TSH, T3, T4, T4L e prolactina no tempo basal e após estímulo com TRH. Pacientes com síndrome de Down, subdivididos quanto ao TSH basal, foram comparados em relação às concentrações basais de T3, T4, T4L e prolactina. Resultados: os valores basais de TSH e de prolactina foram significativamente maiores no grupo com síndrome de Down. Após estímulo com TRH, o pico de TSH foi maior no grupo com síndrome de Down. Tanto o número de pacientes com TSH basal > 5 µU/ml, quanto o número dos que apresentaram hiper-resposta ao estímulo com TRH (pico de TSH > 30 µU/ml), foi maior no grupo com síndrome de Down. Conclusões: freqüentemente, crianças portadoras de síndrome de Down apresentam elevação do TSH basal, mesmo na presença de valores basais normais de hormônios tireoidianos e anticorpos antitireóide negativos. A maioria dessas crianças (65%) apresenta hiper-resposta ao teste de estímulo com TRH. Nossos achados demonstram que nem todas as crianças com síndrome de Down e TSH elevado apresentam quadro clássico de hipotireoidismo, sugerindo nesses pacientes uma secreção anômala de TSH de origem hipotalâmica. Resumo em inglês Objective: to determine the thyroid stimulating hormone (TSH) secretion in children with Down syndrome (DS), who do not present clinical and laboratory evidence of classical hypothyroidism and concomitant undetectable antibodies. Methods: fourteen children with DS with a mean age of 3.4 (±1.8) years were studied. Patients with classical hypothyroidism or hyperthyroidism or those with positive antithyroid antibodies were excluded. The DS group was compared to a cont (mais) rol group of 16 children with a mean age of 11.8 (±3.8) years, diagnosed as having familial short stature or constitutional growth delay. Both groups underwent hormonal measurements at basal condition to determine serum TSH, T3, T4, free T4 and prolactin concentrations and after stimulation with thyrotropin releasing hormone (TRH). Thyroid hormones concentrations were also compared when children with DS were subdivided into two groups according to their basal TSH levels. Results: basal TSH and prolactin levels were significantly higher in DS group. After stimulation with TRH, TSH peak was higher in the DS group. The number of patients presenting basal TSH levels higher than 5 µU/mL and TSH peaks higher than 30 µU/mL were significantly higher in the DS group. Conclusions: children with Down syndrome present frequent increase in basal TSH concentrations, despite the presence of normal basal thyroid hormones levels and negative antithyroid antibodies. Most of them (65%) show early intense response after TRH stimulation. Our data demonstrate that in spite of the absence of classic hypothyroidism and/or antithyroid antibodies, an abnormal pattern of TSH secretion occurred in patients with Down syndrome, possibly related to hypothalamic dysfunction.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Produção específica de biogás a partir de manipueira em reator de fase única/ Specific biogas production from manipueira at one-phase reactor

Kuczman, Osvaldo; Gomes, Simone D; Tavares, Maria H. F; Torres, Douglas G. B; Alcântara, Michael S
2011-02-01

Resumo em português O presente artigo mostra um estudo sobre a produção de biogás a partir de manipueira, considerando o volume de um reator de fluxo tubular horizontal de fase única. O objetivo do trabalho foi avaliar a produção de biogás aumentando-se as cargas orgânicas e os volumes de alimentação, o que resultou em redução do tempo de retenção hidráulica (TRH). O reator foi alimentado continuamente, com cargas orgânicas de 1,18; 1,28; 1,57 e 2,68 g DQO L-1rd-1 (gramas de (mais) demanda química de oxigênio por litro de reator por dia) em TRHs de 15; 13,0; 8,3; 6,6 dias, respectivamente. As produções de biogás foram de 0,52; 0,41; 0,65 e 0,63 L L-1rd-1, destacando-se que o primeiro TRH avaliado foi o de 13 dias, seguido de 8,3; 6,6 e 15 dias. Do estudo, concluiu-se que, com a diminuição do TRH, ocorre maior produção de biogás por volume de reator. Consequentemente, através da utilização do TRH adequado, pode-se aproveitar melhor o volume do reator, fato que resultará em economia na implantação da tecnologia em indústrias processadoras de mandioca. Resumo em inglês This article presents a study on biogas production from wastewater cassava considering the volume of a one-phase horizontal tubular flow reactor. The objective was to evaluate the biogas production, enlarging the organic loadings and feeding volums, resulting in minor hydraulic retention times (HRT). The reactor was continuously fed with organic charges corresponding to 1.18; 1.28; 1.57 and 2.68 g COD L-1r d-1 (grams of oxygen chemical demand per liter of reactor per day) (mais) , resulting in hydraulic retention times 15; 13; 8.3 and 6.6 days. The correspondent specific biogas productions were, respectively, 0.52; 0.41; 0.65 and 0.63 L L-1rd-1 , emphasizing that the 13-day was the first HRT rated, followed by 8.3, 6.6 and 15 days. It was concluded that with the HRT decrease occurred larger biogas production per reactor volume. Therefore, with the correct selection for HRT, it is possible to make the best of the reactor volume, resulting in economy at the technology implantation in cassava starch industries.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

A experiência da perimenopausa e pós-menopausa com mulheres que fazem uso ou não da terapia de reposição hormonal/ Peri-menopausal and post-menopausal experience among women with and without hormone replacement therapy

Vigeta, Sônia Maria Garcia; Brêtas, Ana Cristina Passarella
2004-12-01

Resumo em português Este estudo, uma pesquisa qualitativa, tem por objetivo conhecer o significado da perimenopausa/pós-menopausa e o vivenciar de seus sinais e sintomas para mulheres que usam ou não a terapia de reposição hormonal (TRH). Os dados empíricos foram obtidos por meio de entrevista realizada com 11 mulheres, de 45 a 59 anos de idade, usuárias ou não de TRH e freqüentadoras de diferentes serviços de saúde no Município de São Paulo, Brasil. A análise foi realizada por (mais) meio da hermenêutica. Os resultados mais significativos revelam que as mulheres que não fazem uso da TRH apresentam os sintomas da perimenopausa, mas convivem com eles; as mulheres que fazem uso da isoflavona procuram por terapias alternativas para os sintomas que as incomodam; ao passo que as mulheres sob o uso da TRH declaram uma sensação de bem estar. O artigo sugere a importância de capacitar os profissionais da área de saúde para compreenderem que a perimenopausa e a pós-menopausa fazem parte do processo de envelhecimento e, portanto, devem ser consideradas como processo vital e não patológico. Resumo em inglês This qualitative study focuses on peri-menopausal and post-menopausal experience and its signs and symptoms for women with and without use of hormone replacement therapy (HRT). Empirical data were obtained through interviews with 11 women (range: 45 to 59 years) with or without HRT at different health clinics in the Municipality of São Paulo, Brazil. The analysis used the hermeneutic method. Most significantly, women who are not on HRT present peri-menopausal symptoms, b (mais) ut they "live with" such symptoms; meanwhile, women in use of isoflavone rely on alternative therapies for the bothersome symptoms; women using HRT report a feeling of wellbeing. The article suggests the importance of training health professionals to understand the peri-menopausal and post-menopausal periods as part of the aging process, and thus as a vital rather than pathological process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

A experiência da perimenopausa e pós-menopausa com mulheres que fazem uso ou não da terapia de reposição hormonal/ Peri-menopausal and post-menopausal experience among women with and without hormone replacement therapy

Vigeta, Sônia Maria Garcia; Brêtas, Ana Cristina Passarella
2004-12-01

Resumo em português Este estudo, uma pesquisa qualitativa, tem por objetivo conhecer o significado da perimenopausa/pós-menopausa e o vivenciar de seus sinais e sintomas para mulheres que usam ou não a terapia de reposição hormonal (TRH). Os dados empíricos foram obtidos por meio de entrevista realizada com 11 mulheres, de 45 a 59 anos de idade, usuárias ou não de TRH e freqüentadoras de diferentes serviços de saúde no Município de São Paulo, Brasil. A análise foi realizada por (mais) meio da hermenêutica. Os resultados mais significativos revelam que as mulheres que não fazem uso da TRH apresentam os sintomas da perimenopausa, mas convivem com eles; as mulheres que fazem uso da isoflavona procuram por terapias alternativas para os sintomas que as incomodam; ao passo que as mulheres sob o uso da TRH declaram uma sensação de bem estar. O artigo sugere a importância de capacitar os profissionais da área de saúde para compreenderem que a perimenopausa e a pós-menopausa fazem parte do processo de envelhecimento e, portanto, devem ser consideradas como processo vital e não patológico. Resumo em inglês This qualitative study focuses on peri-menopausal and post-menopausal experience and its signs and symptoms for women with and without use of hormone replacement therapy (HRT). Empirical data were obtained through interviews with 11 women (range: 45 to 59 years) with or without HRT at different health clinics in the Municipality of São Paulo, Brazil. The analysis used the hermeneutic method. Most significantly, women who are not on HRT present peri-menopausal symptoms, b (mais) ut they "live with" such symptoms; meanwhile, women in use of isoflavone rely on alternative therapies for the bothersome symptoms; women using HRT report a feeling of wellbeing. The article suggests the importance of training health professionals to understand the peri-menopausal and post-menopausal periods as part of the aging process, and thus as a vital rather than pathological process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Regulação da síntese e secreção de tireotrofina/ Regulation of thyrotropin synthesis and secretion

Moura, Egberto G. de; Moura, Carmen C. Pazos de
2004-02-01

Resumo em português A secreção de tireotrofina (TSH) é determinada pelo efeito estimulatório do hormônio hipotalâmico estimulador de tireotrofina (TRH) e pela retroalimentação negativa exercida pelos hormônios tireóideos (HT). Superpostos, atuam outros reguladores e aferências do sistema nervoso central. Somatostatina e dopamina inibem a secreção de TSH, já as vias alfa-adrenérgicas centrais são predominantemente estimuladoras e participariam no estímulo da secreção de TSH (mais) pelo frio. O estado nutricional modula o eixo através da leptina, por vias diretas e indiretas. O estresse induz redução da secreção de TSH, e discute-se a participação dos glicocorticóides, citocinas e opiáceos. Recentemente, evidenciou-se que fatores locais produzidos na adenohipófise podem atuar de forma autócrina/parácrina, modulando a secreção de TSH. Dentre estes, destacam-se a neuromedina B e o peptídeo liberador de gastrina, que atuam como inibidores locais da secreção de TSH. Discute-se ainda, as alterações do TSH decorrentes da programação neonatal, por hormônios ou desnutrição. Resumo em inglês The set point of thyrotropin (TSH) secretion is determined by the balance of a positive regulation of thyrotropin releasing hormone (TRH) and the strong negative regulation exerted by thyroid hormones. In addition, there are other regulators superimposed on this main axis such as somatostatin and dopamine, which act as inhibitors of TSH secretion, and central alpha-adrenergic pathways that are predominantly stimulatory and involved in the cold-induced thyroid activation. (mais) Nutritional status and leptin also regulate TSH by stimulating TRH neurons through direct and indirect mechanisms. Stress is also involved in lowering TRH/TSH secretion possibly through glucocorticoids, cytokines and opioids. Recently, a new regulatory pathway has been proposed, via peptides produced in pituitary, acting in an autocrine/paracrine manner. Among those, more consistent data are available on neuromedin B, gastrin-releasing peptide and pituitary leptin, which act as local inhibitors of TSH release. Neonatal programming of TSH secretion set point is also discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Influência da relação volumoso: concentrado e do tempo de retenção hidráulica sob a biodigestão anaeróbia de dejetos de bovinos/ Effects of roughage: concentrate in relation to time of hydraulic retention under anaerobic biodigestion of cattle manure

Orrico Júnior, Marco A. P.; Orrico, Ana C. A.; Lucas Júnior, Jorge de
2010-06-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar as possíveis alterações existentes na composição e no processo de biodigestão anaeróbia dos dejetos de bovinos em fase de terminação alimentados com diferentes proporções de volumoso: concentrado e com diferentes tempos de retenção hidráulica (TRH). Foram utilizados 24 biodigestores batelada de bancada com 12 litros de capacidade, dos quais 12 foram abastecidos com dejetos de bovinos alimentados com a dieta 1 (60% volumo (mais) so:40% concentrado) e dieta 2 (40% volumoso:60% concentrado) e submetidos a 30, 60, 90 e 120 dias de TRH. A eficiência do processo de biodigestão anaeróbia foi avaliada pelas reduções de sólidos totais, sólidos voláteis, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, celulose e número mais provável (NMP) de coliformes totais e termotolerantes, além dos potenciais de produção de biogás e metano. Os resultados mostraram que o aumento da proporção de volumoso na dieta levou a menor eficiência do processo, principalmente nos potenciais de produção de biogás e metano que foram em média 13% menor. Com relação ao NMP de coliformes totais e termotolerantes, foram observadas reduções significativas conforme aumentou TRH. Resumo em inglês The aim of this survey was to evaluate the possible alterations that exist in composition and in anaerobic biodigestion process of cattle manure in phase of slaughter and fed with different proportions of roughage: concentrate and with different times of hydraulic retention (THR). 24 batch digesters of bench with capacity of 12 liters, from which 12 were provided with cattle manure that were fed with diet 1 (60% roughage: 40% concentrate) and diet 2 (40% roughage:60% conc (mais) entrate) and submitted to 30; 60; 90 and 120 days of TRH were used. The efficiency of anaerobic biodigestion process was evaluated by reductions of total solids, volatile solids; neutral detergent fiber, acid detergent fiber, cellulose and the most probable number (MPN) of total and thermo tolerant coliforms, and production potential of biogas and methane were evaluated. Results showed that the increase of roughage proportion in diet conduced the smallest efficiency in the process, mainly in the production potential of biogas and methane, which were, in average, 13% smaller. Regarding to MPN of total and thermo tolerant coliforms, significative reductions as increased THR were observed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Qualidade de vida em usuárias e não usuárias de terapia de reposição hormonal/ Quality of life in users and non-users of hormone replacement therapy

Zahar, Sílvia E. V.; Aldrighi, José M.; Pinto Neto, Aarão M.; Conde, Délio M.; Zahar, Luiz O.; Russomano, Fábio
2005-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Comparar a qualidade de vida de mulheres após a menopausa usuárias e não usuárias de terapia de reposição hormonal (TRH). MÉTODOS: Realizou-se um estudo de corte transversal com mulheres na pós-menopausa, com idade entre 40 e 65 anos, menopausadas há no máximo 15 anos. Consideraram-se como usuárias de TRH aquelas que faziam uso dessa terapia há pelo menos seis meses, e não usuárias aquelas que não fizeram uso dessa terapia nos últimos seis meses. (mais) Foram incluídas no estudo 207 mulheres: 106 usuárias e 101 não usuárias de TRH. Avaliaram-se as características sociodemográficas, clínicas e comportamentais. Aplicou-se o Índice de Kupperman para avaliar a intensidade dos sintomas climatéricos, e o questionário Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36) para avaliação da qualidade de vida. Na análise dos dados utilizaram-se os testes t de student, Qui-quadrado, exato de Fisher e Mann-Whitney. RESULTADOS: As usuárias de TRH apresentaram média etária de 52,6±4,9 anos e as não usuárias de 54,3±4,7 anos (p=0,01). Houve diferença estatisticamente significativa em relação ao estado marital (p=0,04). As usuárias relataram menor freqüência de sintomas climatéricos de intensidade moderada e acentuada (p=0,001). Dos oito domínios de qualidade de vida avaliados, apenas a vitalidade apresentou escore abaixo de 50 (45) para os dois grupos. Não houve diferenças entre os grupos em relação aos componentes do SF-36. CONCLUSÕES: As mulheres na pós-menopausa usuárias e não usuárias de TRH apresentaram boa qualidade de vida. Não houve diferenças entre usuárias e não usuárias de terapia hormonal. Resumo em inglês OBJECTIVE: To compare the quality of life in postmenopausal women who were users and non-users of hormone replacement therapy (HRT). METHODS: A cross-sectional study was conducted on postmenopausal women aged between 40 and 65 years, who had been menopausal for up to 15 years. Women considered HRT users were those who had undergone this type of treatment for at least six months. Non-users of HRT were those who had not received this type of treatment during the last six mo (mais) nths. Two hundred and seven women were included in the study: 106 users and 101 non-users of HRT. Sociodemographic, clinical and behavioral characteristics were assessed. The Kupperman Menopausal Index was applied to rate the intensity of climacteric symptoms and the Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36) was applied to assess women's quality of life. For data analysis, a Student's t test, a chi-square analysis, a Fisher's exact test and a Mann-Whitney test were used. RESULTS: The mean age of HRT users was 52.6 ± 4.9 years and the mean age of non-users of HRT was 54.3 ± 4.7 years (p=0.01). There was a statistically significant difference regarding marital status (p=0.04). HRT users reported a lower frequency of moderate and severe climacteric symptoms (p=0.001). Of the eight quality of life domains evaluated, only vitality scored below 50 (45) in both groups. There were no differences between groups regarding the SF-36 components. CONCLUSIONS: Postmenopausal women who were users and non-users of HRT presented a good quality of life. There were no differences between users and non-users of hormone therapy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Potencial de produção de biogás remanescente nos efluentes de biodigestores abastecidos com dejetos de suínos, com e sem separação da fração sólida, e conduzidos sob diferentes tempos de retenção hidráulica/ Production potential of biogas remaining on effluents from biodigesters that operate with swine manure, with and without solid fractions separation under different hydraulic retention times

Orrico Júnior, Marco A. P.; Orrico, Ana C. A.; Lucas Júnior, Jorge de
2009-01-01

Resumo em português O objetivo foi avaliar o potencial poluidor remanescente dos efluentes de biodigestores abastecidos com dejetos de suínos com separação da fração sólida (CSFS) e sem separação da fração sólida (SSFS), e conduzidos sob diferentes tempos de retenção hidráulica (TRH). Os efluentes utilizados eram de biodigestores semicontínuos manejados com TRH de 15; 22; 29 e 36 dias, com e sem separação da fração sólida. Foram utilizados biodigestores batelada, que perm (mais) aneceram em operação por todo o tempo em que houve produção de biogás (60 dias). Foram avaliadas a produção e a qualidade do biogás, bem como os potenciais de produção por kg de sólidos totais e sólidos voláteis, e as demandas química e bioquímica de oxigênio. Utilizou-se do delineamento inteiramente casualisado, em esquema fatorial 2x4, com três repetições por tratamento. Foram encontrados potenciais de produção de 385 e 117 litros de CH4kg-1 de SV adicionados no material SSFS e CSFS, respectivamente, no menor TRH (15 dias), e potenciais de produção de 74 e 18 litros de CH4kg-1 de SV adicionados no material SSFS e CSFS, respectivamente, no maior TRH (36 dias). Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the polluting potential from the remainings of effluents from biodigesters that operate with swine manure with the separation of the solid fraction and without the separation of the solid fraction, both under different hydraulic retention times (HRT). For the biodigestion trial, the effluents from semi-continuous biodigesters were processed with 15; 22; 29 and 36 days of hydraulic retention, with and without the separation of the (mais) solid fraction. In this part of the work batch biodigesters were used, which were kept in the operation as long as biogas was produced (60 days). It was evaluated: biogas production and quality and yield potential, the potential production per kg of total solids and volatile solids and chemical and biochemical demands for oxygen. Production potential found with separation of the solid fraction was 385 liter of CH4kg-1 of VS added and the effluent without the separation of the solid fraction was 117 liter of CH4kg-1 of VS added, for the shorter HRT (15 days) and production potentials of 74 and 18 liters of CH4kg-1 of VS added to the substrates with swine manure with the separation of the solid fraction and without the separation of the solid fraction respectively for the longer HRT (36 days).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Biodigestão anaeróbia de dejetos de suínos com e sem separação da fração sólida em diferentes tempos de retenção hidráulica/ Anaerobic biodigestion of swine manure with and without separation of the solid fraction in different hydraulic retention times

Orrico Júnior, Marco A. P.; Orrico, Ana C. A.; Lucas Júnior, Jorge de
2009-09-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar o processo de biodigestão anaeróbia utilizando dejetos de suínos, com e sem separação da fração sólida, considerando-se diferentes tempos de retenção hidráulica. Para tanto, foram utilizados biodigestores tubulares semicontínuos abastecidos com água residuária de suinocultura, com e sem separação da fração sólida (CSFS e SSFS, respectivamente), manejados com tempos de retenção hidráulica (TRH) iguais a 36; 29; 22 (mais) e 15 dias. A eficiência dos tratamentos foi avaliada pela redução dos números mais prováveis de coliformes totais e fecais, teores de fibra em detergentes neutro e ácido, demandas química e bioquímica de oxigênio e dos potenciais de produção de biogás e metano. A qualidade do biofertilizante foi avaliada quanto aos teores de macro e micronutrientes. A separação da fração sólida acarretou decréscimo nos teores de fibra dos afluentes, o que contribuiu para o aumento da eficiência da produção de metano. Foram observados valores de 0,47 e 0,75 m³ CH4 kg-1 SV adicionado para os afluentes SSFS e CSFS, respectivamente, no TRH de 15 dias. Com o aumento do TRH, houve acréscimo médio de 50% no potencial de produção de metano kg-1 de SV adicionado. Não foram observadas diferenças significativas nas reduções de coliformes fecais e totais, sendo a maior redução de 3,6 10(9) para 3,6 10² NMP 100 mL-1 para o TRH de 36 dias CSFS. Resumo em inglês This work aimed to evaluate the anaerobic biodigestion process by using swine manure with and without separation of the solid fraction and considering different hydraulic retention times. For such purpose semi continual plug flow biodigestors were used, with residual water from a pig farm with and without separation of the solid fraction, managed with 36; 29; 22 e 15 days of hydraulic retention. Efficiency of the treatments was evaluated by the reduction of the most proba (mais) ble number of total and fecal coliforms, fiber content, chemical and biochemical oxygen demands, besides the biogas and methane production potential and biofertilizer quality. The separation of the solid fraction decreased in fiber content from effluents, what contributed to an increase in the efficiency in the methane production. The observed values were: 0.47 and 0.75 m³ CH4 kg-1 VS added to the effluent with and without separation of the solid fraction respectively, in the HRT of 15 days. With the increase of HRT there was a medium increase of 50% in the production of potential of methane kg-1 VS added. It was not observed significant differences in reduction of fecal and total coliforms. The largest reduction was 3.6 10(9) to 3.6 10² NMP 100 mL-1 for the 36 days HRT.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

A relação entre a função tireoidiana e a depressão: uma revisão/ The relation between thyroid function and depression: a review

Bahls, Saint-Clair; Carvalho, Gisah Amaral de
2004-03-01

Resumo em português OBJETIVO: O papel da função tireoidiana nas doenças depressivas é pouco claro. Embora existam algumas evidências de que discretas alterações tireoidianas predisponham a casos de depressão, as anormalidades específicas envolvendo a tireóide e os quadros depressivos permanecem pouco conhecidas. Serão destacados nesta revisão os principais achados envolvendo os quadros depressivos e a função tireoidiana, com especial atenção na participação das monoaminas c (mais) erebrais nesta relação. MÉTODO: Foram realizados levantamento no sistema Medline e na literatura. RESULTADOS: Existem evidências de atividade alterada do eixo hipotálamo-hipófise-tireóide (HHT) em alguns casos de depressão, que incluem: aumento dos níveis de T4, resposta alterada do TSH pós-estímulo com TRH, presença de anticorpos antitireoidianos e concentração elevada de TRH no LCR. A relação entre estas anormalidades, as principais monoaminas cerebrais e os subtipos de quadros depressivos é complexa e ainda não permite o estabelecimento de hipóteses diretas de compreensão. CONCLUSÕES: Após anos de pesquisas, permanece pouco esclarecida a importância da relação entre o eixo HHT e as depressões, assim como os mecanismos subjacentes às alterações tireoidianas encontradas nos pacientes deprimidos. Portanto, mais pesquisas serão necessárias para uma melhor compreensão do papel do eixo HHT na patogênese e no tratamento dos quadros depressivos. Resumo em inglês OBJECTIVE: The role of the thyroid gland in primary depressive disorder is unclear. Although there is evidence that patients with subtle underlying defects in thyroid function may be more prone to developing depressive disease, the specific abnormality in thyroid function associated with depressive disorders remains poorly understood. In this review, we outline the major findings concerning depression and thyroid function, with particular attention on the relationship bet (mais) ween thyroid function and cerebral monoamines. METHODS: Literature searches were performed by Medline, with secondary-source follow-up. RESULTS: The documented hypothalamus-pituitary-thyroid (HPT) axis abnormalities in some depressed patients are: elevated T4 concentrations, abnormal TSH responses to TRH; presence of antithyroid antibodies and elevated CSF - TRH concentrations. The relation of these abnormalities of HPT function, the main monoamines and the diagnostic subtypes of patients with depression is complex and does not directly support a linear relationship. CONCLUSIONS: After many years of research, the precise relationship between the HPT axis and depressive disorders remains obscure, and the mechanism underlying the thyroid abnormalities in depressive patients remains indeterminate. Thus, considerable further investigation will be necessary to understand the role of the HPT axis in the pathogenesis and treatment of depressive disorders.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Peptídeos bombesina-símiles: novos reguladores da secreção adeno-hipofisária

Ortiga-Carvalho, Tânia M.; Pazos-Moura, Carmen C.
2000-08-01

Resumo em português A neuromedina B (NB) e o peptídeo liberador de gastrina são peptídeos bombesina-símiles encontrados em mamíferos, inclusive em seres humanos. Ambos inibem a secreção hipofisária de tireotrofina (TSH); entretanto, somente a NB tem importância fisiológica demonstrada. A NB é produzida em abundância em tireotrofos e parece inibir a secreção de TSH por via autócrina, uma vez que o bloqueio do peptídeo endógeno causa aumento na liberação do TSH, tanto in viv (mais) o quanto in vitro. A NB é positivamente regulada pelos hormônios tireóideos (HT). Os HT aumentam o conteúdo de neuromedina B e do seu RNAm em adeno-hipófises de ratos hipotireóideos, poucas horas após sua administração, o que coincide com diminuição do TSH sérico. Isto nos levou a sugerir que a NB possa ser um intermediário protéico envolvido na inibição aguda da liberação de TSH induzida pelos HT. O TRH também altera rapidamente a expressão da NB. Quinze e 30 minutos após a administração do TRH em ratos normais já há diminuição do conteúdo hipofisário de NB e dos níveis do seu RNAm. No jejum e diabetes experimental, que se caracterizam por diminuição de HT séricos com níveis inadequadamente normais ou diminuídos de TSH, ocorre aumento do conteúdo de NB e de seu RNAm. O análogo de somatostatina, octreotide, também é capaz de aumentar o conteúdo de NB. Assim, a neuromedina B é um importante inibidor local da secreção de TSH, podendo ser uma via final comum de hormônios e neuro-hormônios que determinam variações na secreção de TSH. Resumo em inglês Neuromedin B (NB) and gastrin-releasing peptide (GRP) are mammalian bombesin-like peptides. Both peptides have inhibitory effects on thyrotropin (TSH) secretion, however NB is the one that proved to be physiologically relevant. The administration of NB reduces serum TSH of eu- and hypothyroid rats, while the antiserum against NB, that blocks the endogenous peptide, increases TSH secretion. NB is abundantly produced in thyrotrophs and acts locally as a autocrine factor to (mais) inhibit TSH release since isolated pituitaries increase the release of TSH in the presence of the specific antiserum. Thyroid hormones (TH) up-regulate pituitary NB peptide and mRNA content. This is a rapid effect: in hypothyroid rats it is seen within a few hours after a single injection of TH, and coincides with TSH suppression. These results suggest that NB could be an intermediary factor in the acute suppressive effect of TH on TSH secretion. TRH also rapidly changes NB expression. In normal rats, 15 to 30 minutes after TRH administration the pituitary NB peptide and mRNA content are already decreased. In experimental fasting and diabetes mellitus, which are characterized by inappropriately normal or decreased serum TSH, both the NB peptide and its mRNA pituitary content are increased. Octreotide, a somatostatin analog, also is able to increase pituitary neuromedin B content. Therefore, we propose that neuromedin B is a physiologically relevant local inhibitor of TSH secretion that may act as a final common pathway for hormones and neurohormones that modulate the rate of TSH secretion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Análise de correspondência para avaliação do perfil de mulheres na pós-menopausa e o uso da terapia de reposição hormonal/ Correspondence analysis for the evaluation of women's profile during post-menopause and hormone replacement therapy

Aranha, Renata Nunes; Faerstein, Eduardo; Azevedo, Gulnar Mendonça; Werneck, Guilherme; Lopes, Claudia S.
2004-02-01

Resumo em português Neste estudo ilustra-se a utilização da técnica de análise de correspondência na caracterização do perfil das usuárias e das não-usuárias da Terapia de Reposição Hormonal (TRH). Analisou-se dados seccionais de 195 mulheres com relato de menopausa natural, entre 2.240 participantes do Estudo Pró-Saúde (Rio de Janeiro). As mulheres não-usuárias da TRH apresentaram perfil mais desfavorável em relação às usuárias dessa terapia, por exemplo, ganho ponderal (mais) mais acentuado na vida adulta, idade mais avançada, menopausa mais tardia e menor nível de escolaridade. O uso desta ferramenta analítica deveria ser estimulada na área da saúde, em análises exploratórias das inter-relações entre um grande número de variáveis em populações de interesse. Resumo em inglês This study illustrates the use of correspondence analysis to identify distinct profiles characterizing hormone replacement therapy (HRT) users and non-users, allowing the visualization of concurrent characteristics associated with this self-selection process. We analyzed cross-sectional information provided by 195 women reporting natural menopause, among 2,240 participants in the Pro-Saude Study (Rio de Janeiro, Brazil). Non-users had an unfavorable profile, including gre (mais) ater weight gain during adult life, older age, later menopause, and less schooling. This analytic tool should be used more extensively in public health research, in exploratory analyses of the relations among a large number of variables in key populations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Análise de correspondência para avaliação do perfil de mulheres na pós-menopausa e o uso da terapia de reposição hormonal/ Correspondence analysis for the evaluation of women's profile during post-menopause and hormone replacement therapy

Aranha, Renata Nunes; Faerstein, Eduardo; Azevedo, Gulnar Mendonça; Werneck, Guilherme; Lopes, Claudia S.
2004-02-01

Resumo em português Neste estudo ilustra-se a utilização da técnica de análise de correspondência na caracterização do perfil das usuárias e das não-usuárias da Terapia de Reposição Hormonal (TRH). Analisou-se dados seccionais de 195 mulheres com relato de menopausa natural, entre 2.240 participantes do Estudo Pró-Saúde (Rio de Janeiro). As mulheres não-usuárias da TRH apresentaram perfil mais desfavorável em relação às usuárias dessa terapia, por exemplo, ganho ponderal (mais) mais acentuado na vida adulta, idade mais avançada, menopausa mais tardia e menor nível de escolaridade. O uso desta ferramenta analítica deveria ser estimulada na área da saúde, em análises exploratórias das inter-relações entre um grande número de variáveis em populações de interesse. Resumo em inglês This study illustrates the use of correspondence analysis to identify distinct profiles characterizing hormone replacement therapy (HRT) users and non-users, allowing the visualization of concurrent characteristics associated with this self-selection process. We analyzed cross-sectional information provided by 195 women reporting natural menopause, among 2,240 participants in the Pro-Saude Study (Rio de Janeiro, Brazil). Non-users had an unfavorable profile, including gre (mais) ater weight gain during adult life, older age, later menopause, and less schooling. This analytic tool should be used more extensively in public health research, in exploratory analyses of the relations among a large number of variables in key populations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Hormônios tiroideanos: mecanismo de ação e importância biológica/ Thyroid hormones: mechanism of action and biological significance

Nunes, Maria Tereza
2003-12-01

Resumo em português Os hormônios tiroideanos desempenham função importante no crescimento, desenvolvimento e metabolismo de todos os vertebrados. A concentração sérica dos mesmos é controlada pelo TRH, somatostatina e TSH, os quais determinam a taxa de biossíntese e secreção hormonal, bem como por desiodases (principalmente a do tipo I), enzimas que geram, nos tecidos periféricos, aproximadamente 75% do T3 presente no soro, a partir do T4 circulante; as desiodases do tipo II, por (mais) outro lado, geram T3 principalmente para os tecidos nos quais são expressas. Os efeitos biológicos dos hormônios tiroideanos são desencadeados por meio da sua interação com receptores nucleares que se apresentam em regiões específicas do DNA, o que determina a ativação ou inibição de seus genes-alvo e o controle da síntese de proteínas específicas. Outras ações dos hormônios tiroideanos são rapidamente desencadeadas (segundos/minutos), o que sugere o envolvimento de mecanismos não genômicos nos efeitos observados. Resumo em inglês Thyroid hormones play an important role on growth, development and metabolism of all vertebrates. Serum concentration of thyroid hormones are controlled by TRH, somatostatin and TSH which determine the rate of hormone biosynthesis and release, as well as by deiodinases (mainly type I), enzymes which generate in peripheral tissues, approximately 75% of the T3 present in serum, from circulating T4; type II deiodinases, on the other hand, are supposed to generate T3 for the (mais) tissues in which they are expressed. The biological effects of thyroid hormones are elicited by means of their interaction with specific nuclear receptors present in specific regions of the DNA, mechanism by which they induce or repress important target genes, controlling, as a consequence, the synthesis of specific proteins. However, some thyroid hormone effects are elicited in seconds or minutes, which suggests the involvement of a non-genomic mechanism of action.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Acromegalia com níveis séricos basais do hormônio do crescimento dentro dos limites da normalidade

Costa, Mônica P. da; Silva, Márcia C. da; Violante, Alice Helena D.; Martins, Denise C.L.; Souza, Honomar F.
2000-10-01

Resumo em português A acromegalia é uma síndrome causada pela hipersecreção do hormônio de crescimento (GH). No entanto, alguns pacientes podem apresentar níveis séricos limítrofes, ou mesmo dentro da normalidade, dificultando o diagnóstico. Relatamos um caso de acromegalia cuja investigação diagnóstica inicial evidenciou níveis séricos basais de GH dentro dos limites da normalidade e tomografia computadorizada (TC) de sela túrcica normal. A confirmação da doença só foi es (mais) tabelecida através de testes dinâmicos que avaliam a regulação do GH (dosagem de GH durante o teste oral de tolerância à glicose e após TRH) e confirmada pela ressonância nuclear magnética (RNM) de sela túrcica que evidenciou imagem sugestiva de microadenoma. A paciente foi submetida à cirurgia hipofisária pela via de acesso oronaso esfenoidal e a área tumoral encaminhada para estudo imunohistoquímico, corroborando o diagnóstico de acromegalia. A avaliação dinâmica no pós operatório evidenciou regulação normal do GH. Discutimos os critérios diagnósticos da acromegalia, com ênfase na importância de se prosseguir com a investigação sempre que houver uma forte suspeita clínica, mesmo que os exames iniciais se apresentem dentro dos limites da normalidade. Resumo em inglês Acromegaly is a syndrome caused by growth hormone (GH) hyper-secretion. However, some patients can present normal or near normal levels of GH, difficulting diagnosis. We report an acromegalic patient with normal levels of GH and negative imaging at initial investigation. Acromegaly was confirmed by dynamic tests (glucose tolerance test and GH-TRH), and RMI was suggestive of a microadenoma. The patient was submitted to a transesphenoidal pituitary surgery and imunohistoche (mais) mistry study, corroborating the diagnosis of acromegaly. Dynamic tests performed after surgery evidenced normal GH regulation. Considerations on the diagnosis of acromegaly were also done, emphasizing the importance of continuing the investigation whenever clinical suspicion persists, even though the initial tests are within the normal range.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Produção volumétrica de metano: dejetos de suínos/ Methane volumetric yield: swine wastes

Souza, Cecília de Fátima; Campos, Josiane Aparecida; Santos, Claúdia Ribeiro dos; Bressan, Waleska Soares; Mogami, Cristina Akemi
2008-02-01

Resumo em português O presente trabalho foi conduzido para avaliar o potencial de produção de biogás de dejetos de suínos, especificamente a produção de metano. O substrato, no qual a concentração de sólidos totais foi de 6%, foi composto por dejeto sólido diluído em água. Os dejetos foram coletados por raspagem, em instalações de terminação de suínos, compostas de baias, com paredes de alvenaria de tijolos e piso de cimento. Os suínos experimentais receberam ração balanc (mais) eada à base de milho e soja. O sistema de tratamento, em escala laboratorial, foi composto por três baterias com oito biodigestores em cada, instalados dentro de caixas de cimento amianto de 500 litros, contendo 270 litros de água aquecida. Em cada caixa, uma resistência elétrica e uma bomba d'água foram instaladas para manter a temperatura e misturar a água aquecida. O sistema foi submetido a Tempos de Retenção Hidráulica (TRH) de 30, 25, 15 e 10 dias e a temperaturas de 25, 35 e 40 ºC, com e sem agitação do substrato. Foi avaliado, nessas condições, o processo de degradação da matéria orgânica e a produção resultante de metano (PM). Os maiores valores de PM foram observados nos TRH de 10 dias, à temperatura de 40 ºC, nos biodigestores com agitação do substrato. Resumo em inglês The present work was carried out to evaluate the swine wastes biogas potential yield, specifically the methane yield. The total solid content in the substratum was 6% composed by the solid waste diluted to water. The wastes was collected by scratching, in swine ending facilities, composed by boxes, in which the walls were constructed of masonry and the floor was constructed of cement. The experimental swines received corn and soybean balanced ration. The waste treatment s (mais) ystem, in laboratorial scale, was composed by three batteries with eight digesters each, installed inside of 500 liters asbestos boxes, containing 270 liters of heated water. In each box, an eletric resistance and water pump were installed to mantain the temperature and to mix the heated water. The system was submitted to Hydraulic Retention Times (HRT) of 30, 25, 15 and 10 days and to temperatures (T) of 25, 35 and 40 ºC, with and whithout substratum agitation. It was evaluated, under these conditions, the organic matter degradation process and resultant methane volumetric yield (MP). The largest values of MP were observed in HRT of 10 days, at the temperature of 40 ºC, in the digesters with substratum agitation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Caracterização das usuárias de terapia de reposição hormonal do Município de Campinas, São Paulo/ Characterization of hormone replacement therapy users in Campinas, São Paulo

Pinto Neto, Aarão Mendes; Pedro, Adriana Orcesi; Hardy, Ellen; Osis, Maria José Duarte; Costa-Paiva, Lúcia Helena Simões da; Martinez, Edson Zangiacomi
2002-02-01

Resumo em português Realizou-se um estudo descritivo de corte transversal, de base populacional, com o objetivo de caracterizar as mulheres climatéricas do Município de Campinas, Estado de São Paulo, de acordo com o uso da terapia de reposição hormonal (TRH). Selecionaram-se, por processo de amostragem, 456 mulheres na faixa etária de 45-60 anos de idade, segundo informações obtidas da agência local da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As mulheres f (mais) oram selecionadas por conglomerados e a unidade de referência foi um setor censitário, conforme definido pelo IBGE. Os dados foram coletados por intermédio de entrevistas domiciliares, com questionários estruturados e pré-testados, fornecidos pela Fundação Internacional de Saúde, Sociedade Internacional de Menopausa e pela Sociedade Norte-Americana de Menopausa e adaptados pelos autores. Para caracterizar as mulheres segundo o uso atual ou passado de TRH, utilizou-se o modelo de regressão logística politômica, com processo de seleção backward de variáveis. Concluiu-se que no Município de Campinas as principais características das usuárias da terapia de reposição hormonal foram estar na perimenopausa, ter maior escolaridade e melhor classe social. Resumo em inglês This study employed a descriptive, cross-sectional, population-based design to characterize climacteric women from Campinas, São Paulo State, based on use of hormone replacement therapy (HRT). An area cluster sample was selected with 456 women 45 to 60 years of age, residing in Campinas, based on data from the Brazilian Institute of Statistics and Geography (IBGE). Women were selected by area cluster, and the reference unit was the census tract as defined by the IBGE. Da (mais) ta were collected through home interviews using a structured and pre-tested questionnaire provided by the International Health Foundation/International Menopause Society and by the North American Menopause Society and adapted by the authors. In order to characterize women according to current, past, or no use of HRT, a polytonic logistic regression model was used, with a backward selection process of variables. The authors conclude that the main characteristics of HRT users in the city of Campinas were perimenopausal status and higher literacy and socioeconomic class.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Caracterização das usuárias de terapia de reposição hormonal do Município de Campinas, São Paulo/ Characterization of hormone replacement therapy users in Campinas, São Paulo

Pinto Neto, Aarão Mendes; Pedro, Adriana Orcesi; Hardy, Ellen; Osis, Maria José Duarte; Costa-Paiva, Lúcia Helena Simões da; Martinez, Edson Zangiacomi
2002-02-01

Resumo em português Realizou-se um estudo descritivo de corte transversal, de base populacional, com o objetivo de caracterizar as mulheres climatéricas do Município de Campinas, Estado de São Paulo, de acordo com o uso da terapia de reposição hormonal (TRH). Selecionaram-se, por processo de amostragem, 456 mulheres na faixa etária de 45-60 anos de idade, segundo informações obtidas da agência local da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As mulheres f (mais) oram selecionadas por conglomerados e a unidade de referência foi um setor censitário, conforme definido pelo IBGE. Os dados foram coletados por intermédio de entrevistas domiciliares, com questionários estruturados e pré-testados, fornecidos pela Fundação Internacional de Saúde, Sociedade Internacional de Menopausa e pela Sociedade Norte-Americana de Menopausa e adaptados pelos autores. Para caracterizar as mulheres segundo o uso atual ou passado de TRH, utilizou-se o modelo de regressão logística politômica, com processo de seleção backward de variáveis. Concluiu-se que no Município de Campinas as principais características das usuárias da terapia de reposição hormonal foram estar na perimenopausa, ter maior escolaridade e melhor classe social. Resumo em inglês This study employed a descriptive, cross-sectional, population-based design to characterize climacteric women from Campinas, São Paulo State, based on use of hormone replacement therapy (HRT). An area cluster sample was selected with 456 women 45 to 60 years of age, residing in Campinas, based on data from the Brazilian Institute of Statistics and Geography (IBGE). Women were selected by area cluster, and the reference unit was the census tract as defined by the IBGE. Da (mais) ta were collected through home interviews using a structured and pre-tested questionnaire provided by the International Health Foundation/International Menopause Society and by the North American Menopause Society and adapted by the authors. In order to characterize women according to current, past, or no use of HRT, a polytonic logistic regression model was used, with a backward selection process of variables. The authors conclude that the main characteristics of HRT users in the city of Campinas were perimenopausal status and higher literacy and socioeconomic class.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Estradiol transdérmico e perfil lipídico: efeitos em um grupo específico de mulheres brasileiras pós-menopausadas/ Transdermal estradiol and lipid profile: effects on a specific group of Brazilian postmenopausal women/ Estradiol transdérmico y perfil lipídico: efectos en un grupo específico de mujeres brasileñas posmenopáusicas

Callejon, Daniel R.; Rios, Danyelle Romana. A.; Franceschini, Sílvio A.; Toloi, Maria Regina T.
2009-12-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Em mulheres pós-menopausadas, mudanças significantes ocorrem, que podem induzir doenças cardiovasculares, tais como o perfil lipídico aterogênico devido a um aumento nos níveis de colesterol total e LDL, e uma diminuição nos níveis de HDL. A terapia de reposição hormonal (TRH) pode evitar essas mudanças no perfil lipídico. OBJETIVO: Determinar os efeitos da TRH constituída por estradiol transdérmico e acetato de medroxiprogesterona nos parâmetr (mais) os bioquímicos e lipídicos de mulheres brasileiras pós-menopausadas. MÉTODOS: Este é um estudo prospectivo, longitudinal, aberto, no qual trinta mulheres pós-menopausadas receberam estradiol em gel transdérmico (1 mg/dia) de forma contínua, combinado com acetato de medroxiprogesterona (MPA) (5 mg/dia) por 12 dias/mês. Os seguintes parâmetros foram determinados: colesterol total, triglicérides, lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol), lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol), lipoproteína de muito baixa densidade (VLDL-colesterol), glicose, aspartato aminotransferase (AST), alanina aminotransferase (ALT), gama-glutamil transferase (GGT) e hormônio folículo estimulante (FSH). RESULTADOS: Os parâmetros do perfil lipídico mostraram uma diminuição não-significante, enquanto os níveis de GGT e FSH apresentaram uma diminuição estatisticamente significante. CONCLUSÕES: O tratamento com estradiol em gel transdérmico não mostrou um impacto significante no perfil lipídico, de forma que não resultou em um efeito benéfico nos marcadores de doenças cardiovasculares, sugerindo que a dose, modo de administração e o tempo de tratamento foram importantes para esses resultados. Além disso, o tratamento com dose baixa e modo de administração transdérmico também demonstrou um significante efeito hepático nessa população. Dessa forma, esse tratamento pode fornecer efeitos interessantes sobre o perfil lipídico em mulheres brasileiras pós-menopausadas. Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Cambios significantes ocurren en las mujeres posmenopáusicas que pueden inducir enfermedades cardiovasculares, tales como el perfil lipídico aterogénico debido a un aumento en los niveles de colesterol total y LDL y una disminución en los niveles de HDL. La terapia de reemplazo hormonal (TRH) puede evitar esos cambios en el perfil lipídico. OBJETIVO: Determinar los efectos de la TRH constituida por estradiol transdérmico y acetato de medroxiprogesterona (mais) en los parámetros bioquímicos y lipídicos de mujeres brasileñas posmenopáusicas MÉTODOS: Este es un estudio prospectivo, longitudinal, abierto, en el que treinta mujeres posmenopáusicas recibieron estradiol en gel transdérmico (1 mg/día) de forma continua, combinado con acetato de medroxiprogesterona (MPA) (5 mg/día) por 12 días/mes. Se determinaron los seguientes parámetros: colesterol total, triglicéridos, lipoproteína de alta densidad (HDL-colesterol), lipoproteína de baja densidad (LDL-colesterol), lipoproteína de muy baja densidad (VLDL-colesterol), glucosa, aspartato transaminasa (AST), alanina aminotransferasa (ALT), Gammaglutamiltranspeptidasa (GGT) y hormona foliculoestimulante (FSH). RESULTADOS: Los parámetros del perfil lipídico mostraron una disminución insignificante, mientras los niveles de GGT y FSH presentaron una disminución estadísticamente significante. CONCLUSIONES: El tratamiento con estradiol en gel transdérmico no mostró un impacto significante en el perfil lipídico, causando un efecto benéfico en los marcadores de enfermedades cardiovasculares, sugiriendo que la dosis, el modo de administración y el tiempo de tratamiento fueron importantes para esos resultados. Además, el tratamiento con dosis baja y modo de administración transdérmico también demostró un significante efecto hepático en esa población. Así pues, ese tratamiento puede surtir efectos interesantes sobre el perfil lipídico en las mujeres brasileñas posmenopáusicas. Resumo em inglês BACKGROUND: In postmenopausal women, significant changes occur that can induce cardiovascular diseases, such as atherogenic lipid profile, due to an increase in total cholesterol and LDL levels, and a decrease in HDL cholesterol levels. The hormone replacement therapy (HRT) can prevent these changes in lipid profile. OBJECTIVE: Verify the effects of HRT consisting of transdermal estradiol gel associated with medroxyprogesterone acetate on the lipid profile and biochemical (mais) parameters in Brazilian postmenopausal women. METHODS: This study is an open prospective longitudinal study, in which thirty postmenopausal women received transdermal estradiol gel (1 mg/day) continuously combined with oral medroxyprogesterone acetate (MPA) (5 mg/day) for 12 days/month. The following parameters were determined: total cholesterol, triglycerides, high density lipoprotein (HDL), low density lipoprotein (LDL), very low density lipoprotein (VLDL), glucose, aspartate aminotransferase (AST), alanine aminotransferase (ALT), gama glutamyl transferase (GGT) and follicle-stimulating hormone (FSH). RESULTS: The parameters of the lipid profile did not show a significant decrease, while the levels of GGT and FSH had a statistically significant decrease. CONCLUSIONS: the treatment with transdermal estradiol gel did not have a significant impact on the lipid profile, thus not resulting in a beneficial effect on cardiovascular disease markers, suggesting that the dose, administration route and the time of treatment were important for these results. Moreover, the treatment using small dose and the transdermal administration route also had a significant hepatic effect in this population. Therefore, this treatment might provide interesting effects on the lipid profile in Brazilian postmenopausal women.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Efeitos tardios na função hipotálamo-hipófise após tratamento de tumores parasselares/ Late effects on hypothalamic-pituitary function following treatment of paraselar tumours

Motta, Luiz A. Casulari Roxo da; Martinelli, Claudio; Motta, Lucília Domingues Casulari da; Abrahão, André L. Andrade; Farage Filho, Miguel; Gagliardi, Antônio R. de Toledo
1991-09-01

Resumo em português O acompanhamento a longo prazo de pacientes submetidos a tratamento de tumores da região parasselar é importante para detectar complicações tardias da terapêutica. Neste estudo avaliamos 6 pacientes com craniofaringioma, 1 com meningioma, 1 com germinoma e 1 com cisto epidermóíde, localizados na região parasselar. Eles haviam sido tratados, em média, 3,8±3,2 anos antes, por cirurgia e radioterapia (6 casos) ou somente cirurgia (3 casos). Cinco pacientes eram do (mais) sexo feminino e a média de idade era de 24,3±18,8 anos. A avaliação consistiu na infusão endovenosa de TRH (200 mg), GnRH (100 mg) e insulina regular (0,1 UI Kg/peso), bem como na dosagem dos hormônios hipofisários antes (0) e após 20, 40, 60 e 80 minutos. Encontramos os seguintes resultados: (a) resposta deficitária do GH e do cortisol era todos pacientes; (b) 7/9 pacientes não tiveram respostas adequadas do FSH e 3/9 do L.H; (c) 4/9 tiveram respostas inadequadas da prolactina e 2/8 do TSH. Concluimos que: (a) o déficit de GH e cortisol são os mais frequentes nestes pacientes; (b) a lesão após radioterapia pode localizar-se tanto no hipotálamo quanto na hipófise ou, ainda, em ambos; (c) a sensibilidade das células hipofisárias e hipotalâmicas à irradiação é diferente de acordo com os hormônios que produzem; (d) é necessário o acompanhamento endocrinológico frequente dos pacientes submetidos a tratamento de tumores parasselares, a fim de detectar déficits hormonais tardios. Resumo em inglês Long term follow-up of patients submitted to treatment of paraselar tumours region is important for the detection of late therapeutic complications. In this study the authors conducted an evaluation of six patients with craniopharyngioma, one with germinoma, one with meningioma, and one epidermoid cyst. All above tumours were localized at paraselar region. Six out of nine patients had been treated both by surgery and by radiotherapy and the other three surgically only, on (mais) an average 3.8±3.2 years before this observation was carried out. Five patients were female with their ages average 24.3±18.8 years old. Evaluation consisted: in the first place, an intravenous infusion of thyrotropin-releasing hormone (TRH, 200 mg), gonadotropin-releasing hormone (GnRH, 100 mg), and insulin tolerance test (0,1 IU/Kg, regular insulin); and secondly, in measurements of pituitary hormones secretion at different time points - 0, 20,40, 60 and 80 minutes. We found both diminished response of growth hormone and Cortisol in all the patients. Seven out of nine patients did not have adequate response to follicle-stimulating hormone. Three out of nine responded unsatisfactory to luteinizing hormone. Four out of nine showed inadequate responses to prolactin as well as, two out of eight to thyrotropin. We concluded that: (a) growth hormone and Cortisol deficiency are the most frequent finding in these patients; (b) post-radiotherapy lesions can be located in the hypothalamus or pituitary, or even in both; (c) hypophsial and hypothalamic cell sensitivity to irradiation is different, according to their respective hormones; and (d) it is necessary a frequent endocrinologic follow-up of patients to detect late hormonal deficiences.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Teste da função tiroidiana na hepatite crônica viral/ Thyroid function tests in patients with viral chronic liver disease

NOVIS, Mônica; VAISMAN, Mario; COELHO, Henrique Sérgio Moraes
2001-10-01

Resumo em português Racional - Foram estudados 125 pacientes com hepatite crônica ativa e cirrose pós-hepatite por vírus B ou C, e diferentes graus de acometimento funcional hepático. Objetivo - Traçar um perfil hormonal tiroidiano nesses pacientes. Material e Métodos - Os pacientes foram divididos em quatro grupos: a) 31 com hepatite crônica ativa; b) 41 com cirrose pós-hepatite Child A; c) 35 com cirrose pós-hepatite Child B e d) 18 com cirrose pós-hepatite Child C. Além das dos (mais) agens séricas de albumina e bilirrubina, determinação do tempo de atividade da protrombina e avaliação da presença de ascite e encefalopatia hepática, todos foram submetidos a dosagens séricas de triiodotironina (T3), tiroxina (T4), hormônio estimulador da tiróide (TSH), tiroxina livre (FT4), triiodotironina reversa (rT3), cálculo do índice rT3/T3 (IrT3) e realização do teste do TRH. Resultados - Quando se compararam as médias dos resultados dos testes entre os diferentes grupos, observou-se que o T3 foi o exame mais expressivo, gradativamente mais baixo, quanto mais avançada a doença (hepatite crônica ativa: 149,2 ± 42,3 ng/dL; cirrose pós-hepatite Child A: 137,4 ± 37,2 ng/dL; cirrose pós-hepatite Child B: 88,0 ± 28,4 ng/dL e cirrose pós-hepatite Child C: 41,8 ± 21,9 ng/dl). Os níveis do TSH, T4 e FT4 foram normais na maioria dos pacientes, porém níveis séricos baixos do T4 (4,5 ± 2,0 µg/dL) e FT4 (0,7 ± 0,4 ng/dL) e elevados do TSH (7,2 ± 11,5 µIU/mL), rT3 (60,8 ± 52,1 ng/dL) e IrT3 (2,2 ± 2,6) eram mais freqüentes nos pacientes com cirrose pós-hepatite Child C. O teste do TRH foi normal na maioria dos pacientes. Conclusão - O estudo mostra relação direta entre os níveis séricos baixos do T3 e elevados do rT3 e do IrT3 com o grau de disfunção hepática, segundo a classificação de Child-Pugh. Resumo em inglês Background - One hundred and twenty five patients with virus B or C chronic active hepatitis and postnecrotic cirrhosis and different degrees of liver dysfunction were studied. Aim - 1) To determine a thyroid hormonal profile; 2) to evaluate the prognostic value of these tests in relation to the progression of the disease and mortality; 3) compare these findings with Child-Pugh classification. Patients and Methods - The patients were divided in four groups: a) 31 with chr (mais) onic active hepatitis; b) 41 with postnecrotic cirrhosis Child A; c) 35 with postnecrotic cirrhosis Child B and d) 18 with postnecrotic cirrhosis Child C. The protocol comprised serum measurements of albumin and bilirrubin, estimates of prothrombin time and clinical evaluation of ascites and encephalopathy, measurement of total serum triiodothyronine, thyroxine, thyroid-stimulating hormone, free thyroxine, reverse triiosothyronine, calculated rT3/T3 index (IrT3) and thyrotropin-releasing hormone test. Results - Total serum triiodothyromnine showed the most significant difference among the groups, gradually lower as the disease became more advanced (CAH: 149,2 ± 42,3 ng/dL; PNC-A: 137,4 ± 37,2 ng/dL; PNC-B: 88,0 ± 28,4 ng/dL and PNC-C: 41,8 ± 21,9 ng/dL). Low levels of T4 (4,5 ± 2,0 µg/dL) and FT4 (0,7 ± 0,4 ng/dL) and elevated levels of thyroid-stimulating hormone (7,2 ± 11,5 µIU/mL), reverse triiosothyronine (60,8 ± 52,1 ng/dL) and calculated rT3/T3 index (2,2 ± 2,6) were more frequent in patients with postnecrotic cirrhosis Child C. Thyrotropin-releasing hormone test was normal in the majority of the patients. Conclusion - The present study shows a positive relationship between the low serum levels of T3 and elevated serum levels of rT3 and IrT3/T3 with the degree of hepatic dysfunction according to the Child-Pugh classification.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Resistência a hormônios tireóideos: contribuição da transgênese para a compreensão da síndrome

Pazos-Moura, Carmen C.; Moura, Egberto Gaspar de
2000-08-01

Resumo em português A resistência aos hormônios tireóideos (RTH) é uma síndrome de herança dominante, decorrente da hipossensibilidade dos tecidos aos hormônios tireóideos e caracterizada pela elevação dos hormônios tireóideos séricos com TSH normal ou aumentado e bócio. Tem sido atribuída a mutações na isoforma beta do receptor para hormônios tireóideos (TRbeta). Modelos de transgênese têm contribuído para a compreensão da RTH. A ausência da expressão do TRbeta em c (mais) amundongos TRbeta knockout tornou os tireotrofos parcialmente resistentes aos hormônios tireóideos, o que não ocorreu nos animais knockout para a isoforma a do TR. Entretanto, camundongos que não expressam as duas formas de TR apresentam completa resistência aos hormônios tireóideos, sendo os hormônios tireóideos e TSH séricos elevadíssimos. Mutantes de TRbeta humano expressos em tecidos de Camundongo reproduziram várias manifestações da RTH. A expressão de TRbeta mutado apenas no coração ou apenas na hipófise induziu diminuição dos efeitos de hormônios tireóideos e resistência à administração dos mesmos nestes tecidos. Modelos transgênicos evidenciaram que, além da resistência hipofisária, a resistência nos neurônios hipotalâmicos, de TRH, é imprescindível para que haja aumento de produção de hormônios tireóideos. Camundongos knockout para o coativador SRC-1 também se mostraram parcialmente resistentes aos hormônios tireóideos, sugerindo que outras proteínas envolvidas no mecanismo de ação dos hormônios tireóideos possam causar RTH. Assim, os modelos transgênicos forneceram provas que o mutante TRb, in vivo, interfere com a ação das diferentes isoformas do TR selvagem e causa RHT. Modelos transgênicos são uma valiosa ferramenta para a compreensão da heterogeneidade de apresentação clínica da RTH. Resumo em inglês Resistance to thyroid hormone (RTH) is a dominantly inherited syndrome due to hyposensitivity of tissues to thyroid hormones, characterized by elevated serum thyroid hormones and goiter with normal or increased serum TSH. RTH has been associated with mutations in the beta isoform of the TH receptor (TRbeta). Transgenic mouse models of RTH have brought new insights about the syndrome. Absence of TRbeta expression in TRbeta knockout mice led to partial resistance of the thy (mais) rotrophs, which was not present in TR alpha knockout mice. However, alpha and beta knockout animals have complete resistance to TH administration and very high serum TSH and thyroid hormones concentrations. Human TRbeta mutants expressed in mouse tissues recapitulated several manifestations of the syndrome. Pituitary or heart specific expression of the TRbeta mutants induced a decrease in thyroid hormone effects on these tissues and resistance to thyroid hormone administration. We also learned from transgenic models that resistance at hypothalamic TRH neurons, in addition to resistance at thyrotropes, is required to generate the increment in serum thyroid hormones. Knockout mice for the coactivator SRC-1 also showed thyrotroph resistance, suggesting that other proteins involved in thyroid hormones genomic actions may be the cause of RTH in humans. Therefore, transgenic models provided in vivo proof that mutants TRbeta exert their dominant negative effect upon all normal isoforms of TR leading to RTH. Further studies using genetic manipulation in mice are expected to bring new information that will help to understand the heterogeneity of clinical presentation in patients with RTH.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Redução de Bactérias Indicadoras de Poluição Fecal em Estrume de Aves de Postura Tratados por Biodigestão Anaeróbia/ Reduction of Bacterial Indicators of Fecal Pollution in Laying Hens Manure Treated by Anaerobic Digestion

Amaral, LA1; Schocken, DBL; Lucas Jr., J
2000-04-01

Resumo em português A digestão anaeróbia pode auxiliar na redução de patógenos e poluição ambiental pela redução dos sólidos e microrganismos de presença indesejável nos efluentes. No presente trabalho objetivou-se a avaliação da redução de microorganismos indicadores de contaminação fecal através do processo de biodigestão anaeróbica de dejetos de aves de postura em biodigestores contínuos, operados em diferentes tempos de retenção hidráulica (TRH): 40, 30, 25, 20 e (mais) 15 dias, e biodigestores de batelada com e sem a utilização de inóculo. Foi observada nos dois tipos de biodigestores uma redução acima de 99,0% para os coliformes totais e fecais, mostrando a eficiência do processo. Os resultados obtidos no presente trabalho mostram que o processo de biodigestão anaeróbia melhora a qualidade microbiológica do estrume, constituindo-se uma medida preventiva importante para se preservar a qualidade do solo e dos mananciais de água, quando da sua aplicação como biofertilizante. Resumo em inglês The anaerobic digestion can help in the reduction of pathogenic bacteria and to decrease the environmental pollution through the reduction of solids and undesirable microorganisms in the effluents . The present work has as the objective of estimating the reduction of indicators of microorganisms during and after the anaerobic digesting process of litter of hens in continuous bio-digester with different retention time and in non-continuous bio-digester with and without starter A reduction, over 99% of coliforms was observed, showing the efficiency of the process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Osteoporose: prevalência e fatores de risco em mulheres de clínica privada maiores de 49 anos de idade/ Osteoporosis: prevalence and risk factors among > 49 year-old women in private practice environment

Faisal-Cury, Alexandre; Zacchello, Kátia Pellicciari
2007-01-01

Resumo em português OBJETIVOS: avaliar prevalência e fatores de risco para osteoporose, em mulheres com mais de 49 anos, de clínica privada. MÉTODOS: estudo transversal com avaliação de 999 resultados de densitometrias ósseas, realizadas em laboratório privado, em São Paulo, durante o período de 01/03/1998 a 01/06/1998. Utilizou-se questionário abordando fatores de risco sócio-demográficos, reprodutivos e relacionados ao estilo de vida, antes da mensuração da densidade mineral (mais) óssea. As variáveis independentes foram idade, etnia, índice massa corporal (IMC), idade na menarca, tempo desde a menopausa, uso e duração de terapia de reposição hormonal (TRH), hábitos de vida (tabagismo, prática de exercício, consumo de café) e história de fratura prévia (FP). Análise univariada empregou teste do x2 e x2 de tendência. A análise multivariada utilizou regressão logística. Um valor de p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the prevalence and risk factors for osteoporosis among women older than 49 years in a private practice environment. METHODS: a cross-sectional study assessing 999 bone densitometry results examined at private laboratories in São Paulo, between 03/01/1998 and 06/01/1998. A questionnaire addressing socio-demographic, reproductive and lifestyle-related risk factors was employed previously to bone mineral density measurements. The independent variables w (mais) ere age, ethnicity, body mass index (BMI), age at menarche, time elapsed since menopause (TESM), use and length of hormone replacement therapy (HRT), lifestyle habits (smoking, exercising, coffee consumption) and history of previous fracture. Univariated analysis employed the x2 test and linear trend x2 test. Multivariate analyses were performed with logistic regression. A p value of

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Avaliação de parâmetros da biodigestão anaeróbia de dejetos de suínos alimentados com dietas à base de milho e sorgo/ Evaluation of anaerobic biodigestion parameters of swine waste fed with diets based on corn and sorghum

Orrico Júnior, Marco A. P.; Orrico, Ana C. A.; Lucas Júnior, Jorge De
2010-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a interferência da dieta à base de sorgo em substituição à de milho na composição e no tratamento dos dejetos. Foram utilizados 24 biodigestores batelada de bancada, dos quais 12 foram abastecidos com dejetos de suínos alimentados com dieta á base de milho, e o restante, com dieta á base de sorgo. A cada 30 dias foram esvaziados três biodigestores dentro de cada dieta, em um total de quatro tempos de retenção hidráulica (mais) (TRH) 30; 60; 90 e 120 dias. Para avaliar a eficiência do processo de biodigestão anaeróbia, foram avaliadas as reduções de sólidos totais, sólidos voláteis totais, demanda química de oxigênio, demanda bioquímica de oxigênio, número mais provável (NMP) de coliformes totais e termotolerantes, além dos potenciais de produção do biogás e metano. Os resultados mostraram que os dejetos dos suínos alimentados com dietas à base de sorgo apresentaram menor eficiência no processo, principalmente nos potenciais de produção de biogás e metano. Em média, os potenciais foram 8,6% menor (P Resumo em inglês The aim of this work was to evaluate the interference of a diet based on sorghum in substitution of corn in the compound and treatment of waste. Twenty four batch digesters of bench with capacity of 12 liters, from which 12 were provided with swine waste that were fed with a diet base on corn and the others with a diet based on sorghum. At every 30 days, 3 digesters of each diet were emptied, in a total of 4 hydraulic retention times (HRT): 30; 60; 90 and 120 days. For ev (mais) aluating the efficiency of anaerobic biodigestion process, reduction of total solids, total volatile solids, chemical demand of oxygen, biochemical demand of oxygen, the most probably number (NMP) of total and thermo tolerant coliforms, besides potentials of biogas and methane production were evaluated. Results showed that swine waste that were fed with diets based on sorghum, presented a smaller efficiency of the process, mainly for potentials of biogas and methane production. In average, potentials were 8.6% smaller (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Menopausa ou Menopausas?/ Menopause or Menopauses?

Trench, Belkis; Santos, Claudete Gomes dos
2005-04-01

Resumo em português Na vida das mulheres existem marcos concretos e objetivos que sinalizam diferentes fases ou passagens de suas vidas, tais como a menarca, o rompimento do hímen, a última menstruação. São marcos visíveis no corpo físico e cada cultura os investe de sua rubrica. Na nossa cultura, historicamente, associam-se à menopausa inúmeras afecções (físicas e psíquicas). A partir do trabalho de Robert Wilson, publicado no livro Eternamente Feminina (1966), a menopausa adqu (mais) ire o estatuto de doença e a sua prevenção, tratamento e cura vinculam-se à terapia de reposição hormonal (TRH). Os diferentes discursos que circulam sobre a menopausa em nossa cultura não só contribuem para que tal associação seja mantida, como partem do pressuposto que as questões relacionadas à menopausa e envelhecimentos se apresentam igualitariamente às mulheres, independentemente de sua condição física, psíquica, social, econômica e cultural. O estudo tem como objetivo abordar alguns aspectos da construção da menopausa em nossa cultura e simultaneamente mostrar o quanto este evento deve ser percebido em seu caráter particular e relativo, e não como sendo da ordem do universal ou padronizado. Resumo em inglês There are concrete and objective signs in women's lives that mark different phases or passages of their lives such as the menarche, the breaking of the hymen, the last period. These are visible marks in the physical body and each culture invests them with its seal. Historically in our culture, countless diseases (physic and psychic) are associated with the menopause. Starting with Robert Wilson's studies, published in the book Feminine Forever (1966), the menopause acquir (mais) es the statute of disease and its prevention, treatment and cure are linked to the Hormonal Replacement Therapy (HRT). The different discourses that circulate on the menopause in our culture not only contribute to the maintenance of such an association, but also assume that the subjects related to menopause and aging apply equally to all women, independent of their physical, psychic, social, economical and cultural condition. The aim of this study is to approach some cultural aspects of menopause as well as to show how this event is perceived as a single and relative aspect and not as a pattern or universal aspect.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Avanços na elucidação dos mecanismos de ação de Cimicifuga racemosa (L.) Nutt. nos sintomas do climatério/ Advances on the elucidation of mechanisms of action of Cimicifuga racemosa (L.) Nutt. in climacteric symptoms

Silva, A.G.; Brandão, A.B.; Cacciari, R.S.; Soares, W.H.
2009-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi levantar os avanços ocorridos para a compreensão da atuação terapêutica de Cimicifuga racemosa, um fitoterápico utilizado no tratamento dos sintomas do climatério em mulheres nas quais a terapia de reposição hormonal (TRH) é contra-indicada. A revisão bibliográfica possibilitou concluir que existem quatro principais hipóteses para esclarecer a base mecanística de ação: indução de apoptose por meio da ativação de caspases, (mais) inibição do ciclo celular em G1 por alteração de proteínas reguladoras, efeito central em receptor 5HT e ação estrogênica evidenciada pela inibição seletiva dos receptores nicotínicos da acetilcolina. Porém, é incipiente a produção científica abordando as bases moleculares que sustentem os referidos mecanismos de ação. Ainda há necessidade de elucidação quanto à possível existência de pelo menos mais um receptor estrogênico que possa ser o alvo de ligação para as substâncias ativas de C. racemosa, bem como avançar no conhecimento da atividade reguladora seletiva de receptores estrogênicos já evidenciada em estudos de farmacologia experimental. Resumo em inglês The aim of this survey was to assemble the advances in the comprehension of the therapeutic action of Cimicifuga racemosa, a phytotherapic drug used in the treatment of climacteric symptoms in women to whom the usual hormonal replacement therapy (HRT) is counter-indicated. This literature review led to the conclusion that there are four main hypotheses to elucidate the mechanistic basis of action: apoptosis induction by means of caspase activation, cell cycle inhibition a (mais) t G1 step through disturbance of regulatory proteins, central effect on 5HT receptors, and estrogenic action evidenced by selective inhibition of nicotinic acetylcholine receptors. However, scientific literature is still incipient in supporting the molecular bases for the previously proposed mechanisms of action. There is also the need to elucidate a probable new estrogen receptor that might be the target for active substances from C. racemosa, as well as to advance on the knowledge of the selective modulation of estrogen receptors, which has already been evidenced by experimental pharmacology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Comparação dos resultados do tratamento cirúrgico da incontinência urinária de esforço por três diferentes técnicas cirúrgicas/ Comparison of the results of the treatment of stress urinary incontinence with three different surgical procedures

Ramos, José Geraldo Lopes; Xavier, Nilton Leite; Nácul, Andrea Prestes; Zucatto, Ângela Erguy; Hentschel, Eduardo Lange
2000-02-01

Resumo em português Objetivo: analisar a prevalência de recidivas de incontinência urinária de esforço (IUE) tratada com diferentes técnicas cirúrgicas após pelo menos 2 anos de seguimento. Pacientes e Métodos: avaliamos 55 pacientes com diagnóstico de IUE que submeteram-se à cirurgia para sua correção no Serviço de Ginecologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no período de 1992 a 1996. O seguimento pós-cirúrgico nesse Serviço foi superior a 2 anos. As pacientes for (mais) am divididas em 3 grupos conforme a técnica cirúrgica empregada: Kelly-Kennedy (n = 24), Burch (n = 23) e Marshall-Marchetti-Krantz (n = 8). Resultados: não foram encontradas diferenças significativas quanto ao tempo de recidiva, idade na época da cirurgia e da recidiva, estado menopausal, uso de terapia de reposição hormonal (TRH), número de gestações e antecedentes de parto via vaginal. O número de casos com perineoplastia posterior foi maior no grupo de cirurgia de Kelly-Kennedy, sem, contudo, influir na recidiva. O grupo de cirurgia de Burch apresentou um tempo de menopausa maior quando da cirurgia (p Resumo em inglês Purpose: to analyze the prevalence of genuine urinary incontinence (GUI) recurrence, after at least two years of follow-up, in different surgical techniques used for its correction. Patients and Methods: fifty-five patients with diagnosis of GUI, submitted to surgery for its repair at the Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre from 1992 to 1996 and whose post-surgical follow-up was superior to 2 years were divided into three groups (mais) according to the surgical approach: Kelly-Kennedy (n = 24), Burch (n = 23) and Marshall-Marchetti-Krantz (n = 8). Results: there were no differences regarding recurrence rate, age at surgery and at recurrence time, estrogen therapy, number of pregnancies and vaginal delivery (p>0.05). Although posterior perineoplasty was more prevalent in the Kelly-Kennedy group, it did not influence the recurrence rate. The group submitted to the Burch approach had more years of menopause at the time of surgery. Conclusion: the recurrence rates of urinary incontinence comparing the three different techniques (Kelly-Kennedy, Burch and Marshall-Marchetti-Krantz) were, respectively, 29.2, 39.1 and 50%, which did not differ statistically. Considering the potential confusional bias for urinary stress incontinence, they did not differ among the groups. Nevertheless, we noticed that all women who had previous surgery presented recurrence of incontinence.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Viabilidade do tratamento do soro de queijo com digestão anaeróbia/ Aerobic digestion of cheese whey

Lacerda, T.H.M.; Oliveira, A.J.de; Caruso, J.G.B.
1990-01-01

Resumo em português O principal objetivo deste trabalho con sistiu em avaliar a digestão anaeróbia de soro de queijo (68.000mg DQO/l), sem correção de pH, em digestores tipo mistura completa, semi-contínuos em escala laboratorial, mantidos à temperatura de 35° ± 1°C. Foi utilizado como inóculo estéreo bovino, com teor de sólidos totais igual a 8%. O experimento foi desenvolvido num período de 100 dias, onde os primeiros 20 dias foram caracterizados pela aclimatação do inóculo (mais) e quatro tempos de retenção (¸) de 20 dias. Foi adicionado em cada reator uma carga de 3,0g DQO/l de reator/dia. No primeiro ¸ a carga foi dividida em 3 partes e adicionada aos digestores em intervalos de 8 horas. No segundo ¸ a carga foi dividida em 2 partes e adicionada aos digestores em intervalos de 12 horas; no terceiro ¸ foi utilizado intervalo de 6 horas para a alimentação com a carga de DQO dividida em 4 porções; o quarto ¸ foi caracterizado pela alimentação da carga total de uma única vez. O acompanhamento do experimento foi feito por análises de acidez, alcalinidade e pH, juntamente com produção de biogás; foi avaliado também a DQO no efluente. Foi constatado que os sistemas de alimentação empregados no presente trabalho, influenciaram no desenvolvimento do processo, sendo que a produção de ácidos graxos voláteis foi acentuada durante os TRH estudados levando a um desequilíbrio populacional e, consequentemente, a uma baixa eficiência de tratamento. Nestas condições, a produção de biogás expressa em 1.biogás/g DQO destruído foi de 0,35 l/g. Resumo em inglês The main objetive of this work was to evaluate the anaerobic digestion of cheese whey (68.000mg COD/l), without whey pH adjustment, incomplete mixture semi-continuous laboratory reactors with temperature maintained at 35° ± 1°C. Cattle manure with 8% total solids was used for seeding the reactors. The experiment was carried out for a period of 100 days. The first 20 days were characterized for the aclimatization of seed manure and four 20 days periods as hydraulic rete (mais) ntion times (¸). A loading of 3,0g COD/l digester/day was fed to each digestor. In the 1rst ¸ the loading was divided in three portions and fed to the reactors at intervals of 8 hours. In the 2nd t h e loading was divided in two portions and fed to the reactors at intervals of 12h; in the 3th ¸ a 6h interval of feeding was used, and the loading divided in four portions; the 4th ¸ was characterized by feeding the total loading to the reactor at once. The experiment was controled by the following analysis: volatile acidity, alkalinity, pH, volume of biogas produced and chemical oxigen demand (COD). The results obtained show an effect of the feeding system on the process of anaerobic digestion of whey. The increase in volatile organic acid production at the retention times studied caused a change in the equilibrium of the microbial population and consequently lowered the efficiency of the process. Under these condition biogas production expressed as 1.gas/g of COD used was 0.35 l/g.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Composição corpórea, distribuição de gordura e metabolismo de repouso em mulheres histerectomizadas no climatério: há diferenças de acordo com a forma da administração do estrogênio?

Reis, Cristiana Maria R.F. dos; Melo, Nilson R. de; Vezzozo, Denise P.; Meirelles, Eduardo de S.; Halpern, Alfredo
2000-02-01

Resumo em português As mulheres no climatério sofrem inúmeras alterações metabólicas, cardiovasculares e de composição corporal. A terapêutica de reposição hormonal (TRH) vem alcançando importância na atualidade, tornando-se quase um consenso que a mulher após a menopausa deve receber hormônios, pelos benefícios que trazem para a saúde, tais como prevenção de doenças coronarianas e osteoporose. A forma de administração de estrogênios influi em uma série de parâmetros (mais) metabólicos; é sabido, por exemplo, que a administração oral provoca uma elevação no hormônio de crescimento (GH) e uma diminuição do IGFI: quanto à forma (transdérmica), os estudos ainda não são conclusivos quanto aos níveis do GH e IGFI. Por outro lado, o GH e o IGFI podem agir de maneiras diferentes no metabolismo lipídico, ósseo e na distribuição de gordura corpórea. O objetivo deste trabalho foi estudar as variações da distribuição visceral de gordura nas diferentes formas de administração estrogênica e, particularmente, verificar se a forma de administração do hormônio altera a quantidade de gordura visceral. Foram estudadas 33 mulheres no climatério, histerectomizadas, divididas em 3 grupos: 1) 13 pacientes recebendo estrogênio eqüino conjugado 0,625mg via oral diariamente; 2) 10 pacientes recebendo 17b estradiol TTS 50 2x/semana via transdérmica e; 3) 10 pacientes recebendo placebo. Estas pacientes foram submetidas: a) análise da composição corporal pelos métodos de bioimpedância (RJL 101-A) e densitometria óssea e corpórea (DEXA); b) análise da distribuição de gordura, particularmente de adiposidade visceral, pela tomografia computadorizada abdominal e; c) medida do metabolismo de repouso pelo calorímetro DELTA-TRAC. Foram ainda feitas dosagens laboratoriais de colesterol total e frações, triglicérides e glicemia aos 0, 6 e 12 meses. Não observamos diferenças estatística significativas nos parâmetros estudados em nenhum dos 3 grupos (placebo, estrógeno oral e estrogênio transdérmico), embora notamos tendência a maior ganho de peso nos grupos com estrógenos e tendência a maior ganho de massa magra no grupo com estrogênio transdérmico Resumo em inglês Women in climacteric go through several metabolic, cardiovascular and body composition alterations. Hormone replacement therapy (HRT) has gained importance, and it is nearly a consensus that post-menopausal women should be given hormones due to benefits to health, such as prevention from coronary artery disease and osteoporosis. Administration of estrogens influence a series of metabolic parameters: orally administered, it causes increase in growth hormone levels and decr (mais) ease in IGFI; as to transdermal route, the studies are not conclusive in relation to GH and IGFI levels, On the other hand, GH and IGFI may interfere in different ways in lipid and bone metabolism and in body fat distribution. The objective of this paper was to study variations in visceral fat distribution in different estrogen administration routes and, particularly, to check if administration route alters visceral fat amount. We studied 33 hysterectomized women, in climacteric, and divided them into three groups: 1)13 patients taking conjugated equine estrogen 0,625mg/day PO; 2) 10 patients taking 17b estradiol TTS 50, twice a week, transdermal route; 3) 10 patients taking placebo. These patients were submitted to: a) body composition analysis by means of bioimpedance analysis methods (RJL 101-A), bone and body densitometry (DEXA); b) fat distribution analysis, mainly visceral adiposity, by abdominal computerized tomography; c) rest metabolism measurement by DELTA-TRAC calorimeter. The subjects were assessed by the following laboratorial tests: cholesterol - total and fractions, triglyrecides and glucose at 0,6 and 12 months. Our results show a tendency to weight gain in the hormone taking groups in comparison with placebo group, and a tendency to increase in lean body mass measured by densitometry in the transdermal group when compared with the oral route group. This tendency did not attain statistic difference. Visceral fat amount did not change as observed by computerized tomography and also the basal metabolic rate was not different.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Composição corpórea, distribuição de gordura e metabolismo de repouso em mulheres histerectomizadas no climatério: há diferenças de acordo com a forma da administração do estrogênio?

Reis, Cristiana Maria R.F. dos; Melo, Nilson R. de; Vezzozo, Denise P.; Meirelles, Eduardo de S.; Halpern, Alfredo
2000-04-01

Resumo em português As mulheres no climatério sofrem inúmeras alterações metabólicas, cardiovasculares e de composição corporal. A terapêutica de reposição hormonal (TRH) vem alcançando importância na atualidade, tornando-se quase um consenso que a mulher após a menopausa deve receber hormônios, pelos benefícios que trazem para a saúde, tais como prevenção de doenças coronarianas e osteoporose. A forma de administração de estrogênios influi em uma série de parâmetros (mais) metabólicos; é sabido, por exemplo, que a administração oral provoca uma elevação no hormônio de crescimento (GH) e uma diminuição do IGFI: quanto à forma (transdérmica), os estudos ainda não são conclusivos quanto aos níveis do GH e IGFI. Por outro lado, o GH e o IGFI podem agir de maneiras diferentes no metabolismo lipídico, ósseo e na distribuição de gordura corpórea. O objetivo deste trabalho foi estudar as variações da distribuição visceral de gordura nas diferentes formas de administração estrogênica e, particularmente, verificar se a forma de administração do hormônio altera a quantidade de gordura visceral. Foram estudadas 33 mulheres no climatério, histerectomizadas, divididas em 3 grupos: 1) 13 pacientes recebendo estrogênio eqüino conjugado 0,625mg via oral diariamente; 2) 10 pacientes recebendo 17b estradiol TTS 50 2x/semana via transdérmica e; 3) 10 pacientes recebendo placebo. Estas pacientes foram submetidas: a) análise da composição corporal pelos métodos de bioimpedância (RJL 101-A) e densitometria óssea e corpórea (DEXA); b) análise da distribuição de gordura, particularmente de adiposidade visceral, pela tomografia computadorizada abdominal e; c) medida do metabolismo de repouso pelo calorímetro DELTA-TRAC. Foram ainda feitas dosagens laboratoriais de colesterol total e frações, triglicérides e glicemia aos 0,6 e 12 meses. Não observamos diferenças estatística significativas nos parâmetros estudados em nenhum dos 3 grupos (placebo, estrógeno oral e estrogênio transdérmico), embora notamos tendência a maior ganho de peso nos grupos com estrógenos e tendência a maior ganho de massa magra no grupo com estrogênio transdérmico. Resumo em inglês Women in climacteric go through several metabolic, cardiovascular and body composition alterations. Hormone replacement therapy (HRT) has gained importance, and it is nearly a consensus that post-menopausal women should be given hormones due to benefits to health, such as prevention from coronary artery disease and osteoporosis. Administration of estrogens influence a series of metabolic parameters: orally administered, it causes increase in growth hormone levels and decr (mais) ease in IGFI; as to transdermal route, the studies are not conclusive in relation to GH and IGFI levels. On the other hand, GH and IGFI may interfere in different ways in lipid and bone metabolism and in body fat distribution. The objective of this paper was to study variations in visceral fat distribution in different estrogen administration routes and, particularly, to check if administration route alters visceral fat amount. We studied 33 hysterectomized women, in climacteric, and divided them into three groups: 1) 13 patients taking conjugated equine estrogen 0,625mg/day PO; 2) 10 patients taking 17b estradiol TTS 50, twice a week, transdermal route; 3) 10 patients taking placebo. These patients were submitted to: a) body composition analysis by means of bioimpedance analysis methods (RJL 101-A), bone and body densitometry (DEXA); b) fat distribution analysis, mainly visceral adiposity, by abdominal computerized tomography; c) rest metabolism measurement by DELTA-TRAC calorimeter. The subjects were assessed by the following laboratorial tests: cholesterol - total and fractions, triglyrecides and glucose at 0,6 and 12 months. Our results show a tendency to weight gain in the hormone taking groups in comparison with placebo group, and a tendency to increase in lean body mass measured by densitometry in the transdermal group when compared with the oral route group. This tendency did not attain statistic difference. Visceral fat amount did not change as observed by computerized tomography and also the basal metabolic rate was not different

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)