Sample records for transcription factors
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

O fator de transcrição NF-kapaB nos mecanismos moleculares de ação de psicofármacos/ The role of the transcription factor NF-kappaB in the molecular mechanisms of action of psychoactive drugs

Glezer, Isaias; Marcourakis, Tania; Avellar, Maria Christina Werneck; Gorenstein, Clarice; Scavone, Cristoforo
2000-03-01

Resumo em português Nos últimos anos muitos esforços têm sido empregados para elucidar os mecanismos envolvidos na regulação da transcrição gênica. Moléculas que participam desses processos regulatórios, como os fatores de transcrição, têm recebido atenção especial. A participação desses fatores em diversas funções neurais enfatiza sua importância para a compreensão de distúrbios relacionados ao sistema nervoso central (SNC) e para delinear novos caminhos de acesso tera (mais) pêutico. O fator de transcrição NF-kapaB destaca-se pela sua vasta gama de ações e pelo fato de diversas proteínas estarem integradas na dinâmica de sua ativação. Evidências recentes apontam o envolvimento desse fator na plasticidade, desenvolvimento e neurodegeneração, com funções essenciais e específicas em neurônios e células da glia. Nesse sentido, o glutamato desponta como um ativador específico (tanto via receptores NMDA e AMPA/KA), juntamente com as neurotrofinas. Este artigo aborda a complexa regulação bioquímica do NF-kapaB e destaca as prováveis contribuições provenientes dos novos conhecimentos junto ao campo da psicofarmacologia. Portanto, alterações da atividade do NF-kapaB poderão trazer novas perspectivas no desenvolvimento de novos psicofármacos. Resumo em inglês During the last years many efforts have been made in order to elucidate the mechanisms involved in the gene transcription regulation. Special attention has been given to some molecules involved in these regulatory processes, as the transcription factors. Understanding the role of these factors in several neural functions will allow a better knowledge of the disorders related to the central nervous system (CNS) disorders, and will also help identify new pathways for therap (mais) eutic access. The transcription factor NF-kappaB is remarkable for its wide range of actions and also due to the many different proteins involved in its activation. There is evidence this factor works in the plasticity, development and neurodegeneration, and takes part of essential and specific functions of neurons and glial cells. Brain-specific activators of NF-kappaB include glutamate (via both NMDA and AMPA/KA receptors) and neurotrophins. This article reviews the complex biochemical regulation of NF-B activation, emphasizing the potential of the contributions this transcription factor could make to psychopharmacology field. Therefore, changes in NF-kappaB activity might provide insight in the development of new psychoactive drugs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Bases Genéticas dos Distúrbios de Crescimento/ The Genetic Bases of Growth Abnormalities

Marui, Suemi; Souza, Silvia Leão Corral; Carvalho, Luciani R. S. de; Jorge, Alexander A. de Lima; Mendonça, Berenice B. de; Arnhold, Ivo J. Prado
2002-08-01

Resumo em português A integridade do eixo GHRH-GH-IGF-I é fundamental para o crescimento normal de um indivíduo. Mutações nos genes responsáveis por cada uma das etapas deste eixo resultam em baixa estatura grave. Podemos dividir os distúrbios de crescimento em: 1. Deficiência de GH associada a deficiências de outros hormônios hipofisários por alterações em fatores de transcrição envolvidos na organogênese hipofisária (HESX1/RPX, LHX3 e LHX4, PROP-1, PIT-1); 2. Deficiência i (mais) solada de GH (receptor do GHRH:GHRHR, GH-1, GH bioinativo); e 3. Insensibilidade ao GH (receptor de GH:GHR, gene da IGF-I e receptor da IGF-I:IGFR). Serão discutidos também os genes implicados na baixa estatura da Síndrome de Turner (SHOX) e Síndrome de Noonan (PTPN11). Atualmente estamos analisando no Laboratório de Hormônios e Genética Molecular da Disciplina de Endocrinologia da FMUSP - LIM 42 os genes HESX-1, LHX3, LHX4, PROP-1, GHRHR, GH-1, GHR, SHOX e PTPN11 em pacientes com baixa estatura e características clínicas e laboratoriais que sugerem o envolvimento destes genes. Resumo em inglês The integrity of the GHRH-GH-IGF-I axis is important for normal growth. Mutations in genes involved in any of the steps result in short stature. Disorders of this axis can be divided in: 1) GH deficiency combined with deficiencies of other pituitary hormones due to alterations in transcription factors involved in pituitary organogenesis (HESX1/RPX, LHX3 e LHX4, PROP-1, PIT-1); 2. Isolated GH deficiency (GHRH receptor, GH-1, bioinactive GH); and 3. GH insensitivity (GH rec (mais) eptor, IGF-I gene and IGF-I receptor). Genes involved in the short stature of Turner Syndrome (SHOX) and Noonan Syndrome (PTPN11) will be discussed. Presently our laboratory is studying HESX-1, LHX3, LHX4, PROP-1, GHRHR, GH-1, GHR, SHOX and PTPN11 genes in patients with short stature with clinical and hormonal features suggesting involvement of these genes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Vias de Sinalização da Insulina

Carvalheira, José B.C.; Zecchin, Henrique G.; Saad, Mario J.A.
2002-08-01

Resumo em português A insulina é um hormônio anabólico com efeitos metabólicos potentes. Os eventos que ocorrem após a ligação da insulina são específicos e estritamente regulados. Definir as etapas que levam à especificidade deste sinal representa um desafio para as pesquisas bioquímicas, todavia podem resultar no desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas para pacientes que sofrem de estados de resistência à insulina, inclusive o diabetes tipo 2. O receptor de insulina (mais) pertence a uma família de receptores de fatores de crescimento que têm atividade tirosina quinase intrínseca. Após a ligação da insulina o receptor sofre autofosforilação em múltiplos resíduos de tirosina. Isto resulta na ativação da quinase do receptor e conseqüente fosforilação em tirosina de um a família de substratos do receptor de insulina (IRS). De forma similar a outros fatores de crescimento, a insulina usa fosforilação e interações proteína-proteína como ferramentas essenciais para transmitir o sinal. Estas interações proteína-proteína são fundamentais para transmitir o sinal do receptor em direção ao efeito celular final, tais como translocação de vesículas contendo transportadores de glicose (GLUT4) do pool intracelular para a membrana plasmática, ativação da síntese de glicogênio e de proteínas, e transcrição de genes específicos. Resumo em inglês Insulin is an anabolic hormone with powerful metabolic effects. The events after insulin binds to its receptor are highly regulated and specific. Defining the key steps that lead to the specificity in insulin signaling presents a major challenge to biochemical research, but the outcome should offer new therapeutic approaches for treatment of patients suffering from insulin-resistant states, including type 2 diabetes. The insulin receptor belongs to the large family of gro (mais) wth factor receptors with intrinsic tyrosine kinase activity. Following insulin binding, the receptor undergoes autophosphorylation on multiple tyrosine residues. This results in activation of the receptor kinase and tyrosine phosphorylation of a family of insulin receptor substrate (IRS) proteins. Like other growth factors, insulin uses phosphorylation and the resultant protein-protein interactions as essential tools to transmit and compartmentalize its signal. These intracellular protein-protein interactions are pivotal in transmitting the signal from the receptor to the final cellular effect, such as translocation of vesicles containing GLUT4 glucose transporters from the intracellular pool to the plasma membrane, activation of glycogen or protein synthesis, and initiation of specific gene transcription.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Genética molecular do eixo GH-IGF1

Boguszewski, César Luiz
2001-02-01

Resumo em português O hormônio de crescimento (GH, growth hormone), o fator de crescimento insulina símile-1 (IGF1, insulin-like growth factor-1) e uma enorme variedade de moléculas afins formam um eixo regulador do crescimento pré e pós-natal. Os permanentes avanços nas técnicas de biologia molecular têm facilitado a identificação de defeitos genéticos nos diferentes componentes do eixo GH-IGF1 em crianças com baixa estatura. Por outro lado, a aplicação de novos métodos de do (mais) sagens hormonais tem revelado a existência de formas inativas de GH ou quantidades aumentadas de formas com menor atividade biológica, cuja presença na circulação poderia justificar o retardo de crescimento em certas crianças com baixa estatura. Clinicamente, os defeitos genéticos no eixo GH-IGF1 podem se manifestar tanto em síndromes de deficiência como de resistência hormonal, enfatizando a importância de se avaliar não apenas a secreção de GH numa criança com baixa estatura, mas também marcadores periféricos de uma possível resistência tecidual ao hormônio. Neste artigo, os principais defeitos genéticos descritos até o presente momento no eixo GH/IGF1 são revisados, com enfoque sobre as repercussões clínicas destes defeitos e a importância da avaliação genética no diagnóstico diferencial da baixa estatura idiopática e da baixa estatura familiar. Na parte final, alguns breves comentários são feitos sobre defeitos genéticos encontrados em dois importantes fatores de transcrição da hipófise, que provocam um quadro clínico de deficiência combinada de hormônios pituitários, incluindo a deficiência de GH. Resumo em inglês Growth hormone (GH), insulin-like growth factor-1 (IGF1) and several related molecules are involved in the growth regulation axis at both pre and postnatal life. The advances in molecular biology techniques have improved the way of identifying genetic defects in different elements of the GH-IGF1 axis in children with short stature. On the other hand, the use of new GH assays have revealed the presence of GH with no biological activity or increased amounts of less active G (mais) H isoforms in the circulation, which could potentially be the cause of growth retardation in certain children with short stature. Clinically, the genetic defects might result in either hormone deficiency or resistance, showing the importance of evaluating both GH secretion and GH responsiveness in a short child. In the present article, the main genetic defects within the GH-IGF1 axis are reviewed with focus in their clinical repercussion and their importance in the differential diagnosis of idiopathic and familial short stature. In addition, a short review on the genetic abnormalities found in two of the most important pituitary transcription factors will be presented.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Técnicas de Análise da Regulação da Transcrição Gênica e suas Aplicações na Endocrinologia Molecular/ Techniques for Gene Transcription Regulation Analysis and Their Application in Molecular Endocrinology

Lin, Chin Jia; Barbosa, Angela Silva
2002-08-01

Resumo em português Uma das principais ações dos estímulos hormonais é a modulação da expressão dos genes. Visto que a taxa de transcrição do gene é o maior determinante da sua expressão, os mecanismos moleculares pelos quais a transcrição gênica é regulada têm ganhado interesse crescente e se tornado um dos tópicos principais da Endocrinologia Molecular. Neste artigo, os autores reviram criticamente os aspectos teóricos e as aplicações das técnicas mais utilizadas em es (mais) tudos da transcrição gênica. As vantagens e os senões dos métodos usados para definição e mapeamento das seqüências regulatórias 5', para teste das interações DNA-proteína, para identificação dos nucleotídeos necessários à interação com fatores de transcrição e para clonagem dos fatores regulatórios trans são discutidos. Resumo em inglês One of the major actions of hormonal stimuli is the modulation of the expression of the genes. Since the rate of gene transcription is the major determinant of gene expression, the molecular mechanisms by which gene transcription are regulated have gained increasing interest and has become a major topic in Molecular Endocrinology. In this paper, the authors critically reviewed both the theoretical aspects and the applications of the techniques mostly used in the studies o (mais) f gene transcription. The advantages and caveats of methods used for definition and mapping of 5' regulatory sequences, for testing of DNA-protein interactions, in the identification of the nucleotides required for the interaction with transcription factors and in the cloning of transacting regulatory factors are discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Alterações moleculares em síndrome mielodisplásica/ Molecular abnormalities in myelodysplastic syndrome

Chauffaille, Maria de Lourdes L. F.
2006-09-01

Resumo em português A síndrome mielodisplásica (SMD) representa um grupo heterogêneo de doenças hematopoéticas clonais. As alterações cromossômicas observadas em SMD foram o ponto de partida para uma série de estudos para a caracterização da patogênese molecular nessa doença. A perda de material genético leva à hipótese de inativação de genes supressores tumorais (GST), mas essa teoria não explica o evento inicial desencadeador da vantagem de crescimento das células proge (mais) nitoras hematopoéticas, estando outros mecanismos envolvidos, dos quais sobressaem a ativação de oncogenes, alteração de vias de sinalização e fatores de transcrição. Mutações de oncogenes, como RAS, P53, PDGF, FLT3 e MLL, dentre outros, podem contribuir para o desenvolvimento da SMD. A mutação em tandem do FLT3 é evento genético tardio no curso da doença e os pacientes portadores da mesma tendem a apresentar prognóstico desfavorável e transformação iminente para leucemia aguda. Tanto aberrações qualitativas como quantitativas de fatores de transcrição induzem o desequilíbrio ou bloqueio de diferenciação da célula hematopoética, que, por sua vez, se traduz em hematopoese ineficaz. Alterações epigenéticas são caracterizadas por metilação de DNA que tem papel no controle da expressão gênica. Hipermetilação e inativação de genes reguladores exercem função no desenvolvimento da doença. SMD de alto risco está associada à elevada prevalência de inativação do gene supressor tumoral p15INK4B por hipermetilação do promotor. Encurtamento do telômero correlaciona-se a cariótipos complexos, indicando instabilidade genômica e pior prognóstico. Resumo em inglês Myelodysplastic syndrome (MDS) is a heterogenous group of clonal hematopoietic disorders. Chromosomal abnormalities detected in this disease were the start to many studies in order to characterize molecular pathogenesis. The loss of genetic material observed in most patients with MDS leads to the hypothesis of tumor suppressor genes (TSG), but this theory does not explain the initial event that underlies growth advantage of hematopoietic progenitor cells, though, differen (mais) t mechanisms are involved such as oncogene activation, altered signaling components and transcription factors. Oncogene mutations, such as RAS, P53, PDGF, FLT3 and MLL, for instance, may contribute to the development of MDS. Tandem mutation of FLT3 is a genetic event that occurs late in the course of the disease and these patients tend to present unfavorable prognosis and imminent transformation into acute myeloid leukemia. Quantitative as well as qualitative abnormalities of transcription factors are detected in MDS and induce the unbalance or block in the differentiation of hematopoietic cells, that results in ineffective hematopoiesis. Epigenentic alterations are characterized by DNA methylation that exerts a role in controlling genic expression. Hypermethylation and inactivation of regulating genes act in the development of the disease. There is a high risk of MDS when p15INK4B is inactivated due to hypermethylation of its promoter. Telomere shortening correlates with complex karyotypes indicating genomic instability and poor prognosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Uso de tabaco iniciado na infância: relatos de adultos em tratamento/ Tobacco use beginning at childhood: adults out-patients’ narratives

Calsavara, Telma Verônica Silva; Fontanella, Bruno José Barcellos
2007-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Coletar e analisar relatos de adultos dependentes de tabaco que começaram a fumar na infância e sobre os fatores que consideram relacionados ao início de uso. MÉTODO: Pesquisa qualitativa com entrevistas semidirigidas gravadas com 11 pacientes em tratamento ambulatorial especializado para dependência de tabaco e que mencionaram início de uso antes dos 12 anos de idade; fechamento amostral por saturação teórica, transcrição do áudio e análise de cont (mais) eúdo das entrevistas com triangulação de analistas. RESULTADOS: Quatro categorias agrupam os fatores mencionados pelos entrevistados ou inferidos pelos autores: normalidade sociocultural e familiar do ato de fumar tabaco; identificação e aprendizado com figuras parentais fumantes; condições adversas de vida, incluindo trabalho infantil e poucas atividades lúdicas; e escassez de informações, incluindo uso cultural de tabaco para finalidades diversas. CONCLUSÕES: Resultados permitem maior compreensão sobre os pontos de vista e vivências de pacientes com histórias semelhantes sobre a questão, o que pode colaborar para a efetividade das abordagens motivacionais e terapêuticas e da aliança terapêutica, ao minimizar dificuldades de interação clínico-paciente. Estudos etnográficos sobre uso de tabaco na infância são indicados para a atual população rural brasileira, visando o aperfeiçoamento de abordagens preventivas. Resumo em inglês ABSTRACT OBJECTIVE: To collect and analyze narratives of adult tobacco dependents who began to smoke during childhood on the factors they consider related to the beginning of such habit. METHODS: Qualtitative research using semidirected interviews with eleven outpatients of a specialized tobacco dependence treatment center who had mentioned have began to smoke tobacco before twelve years old; sample definition by theoretical saturation, transcription of audio and content (mais) analysis of the interviews with triangulation of analysts. RESULTS: Four analytical categories had been formulated grouping the factors that were mentioned by the participants or were inferred by the authors: sociocultural and familiar normality of tobacco smoking; identification and learning with smoking parental figures; adverse conditions of life, including infantile work a few playful activities; scarcity of information, including cultural tobacco use for diverse purposes. CONCLUSIONS: Results allow a best understanding on the points of view and feelings of the patients with similar personal histories on the researched questions, maybe collaborating for the effectiveness of the motivational and therapeutical approaches and for therapeutical alliance while minimizing physician-patient interaction difficulties. Ethnografic studies on tobacco use in the childhood are indicated for the current Brazilian rural population, aiming at improvement of preventive approaches.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Importância da gordura alimentar na prevenção e no controle de distúrbios metabólicos e da doença cardiovascular/ Importance of the dietary fat on the prevention and control of metabolic disturbances and cardiovascular disease

Lottenberg, Ana Maria Pita
2009-07-01

Resumo em português A Organização Mundial da Saúde (OMS) reiterou recentemente que o consumo de dietas inadequadas e a inatividade física estão entre os dez principais fatores de mortalidade. Diversos ensaios aleatorizados demonstram que intervenções alimentares adequadas podem diminuir ou prevenir significativamente o aparecimento de várias doenças crônicas não transmissíveis. Neste contexto, o papel da dieta vem sendo exaustivamente avaliado em estudos clínicos e epidemiológi (mais) cos. Assim, já foi bem estabelecido na literatura que a quantidade e o tipo de gordura alimentar exercem influência direta sobre fatores de risco cardiovascular, tais como a concentração de lípides e de lipoproteínas plasmáticas, bem como sua associação a processos inflamatórios. Os ácidos graxos participam de complexos sistemas de sinalização intracelular, função que vem sendo bastante explorada. Os ácidos graxos poli-insaturados não somente influenciam a composição das membranas, metabolismo celular e sinais de tradução, mas também modulam a expressão de genes, regulando a atividade e a produção de diversos fatores de transcrição. A proposta deste artigo é rever tópicos relevantes referentes ao metabolismo de lípides e os relacionar a terapias nutricionais que possam contribuir para a prevenção e o tratamento de doenças associadas. Resumo em inglês The World Health Organization (WHO) has recently reinforced the fact that inadequate diets, along with physical inactivity, are among the ten main determinant factors of mortality. Several randomized trials demonstrated that dietary interventions may lower or even prevent the occurrence of several non-communicable diseases. In this context, the role of diet has been exhaustively evaluated in several clinical and epidemiological studies. Thus, it is well established in lit (mais) erature that the amount and type of dietary fat have a direct influence on cardiovascular risk factors, such as lipids and plasma lipoprotein concentration, as well as their association with inflammatory processes. Fatty acids also participate in complex intracellular signaling systems, a function which has been currently investigated. Dietary polyunsaturated fatty acids (PUFA) act not only by altering membrane lipid composition, cellular metabolism and signal transduction, but also modulating gene expression by regulating the activity and/or production of different nuclear transcription factors. The aim of this article is to review important topics regarding the lipids metabolism and correlate them with nutritional therapies that may contribute to the prevention and treatment of related diseases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Genética molecular do hipotireoidismo congênito

Knobel, Meyer; Nogueira, Célia Regina; Medeiros-Neto, Geraldo
2001-02-01

Resumo em português O hipotireoidismo congênito (HC) ocorre, mundialmente, em 1/3000-4000 neonatos e pode ser classificado em permanente ou transitório. O HC primário é responsável pela maioria dos afetados, enquanto o secundário e terciário são raros. Nos países iodo-suficientes, a disgenesia tireóidea (DT) é a causa mais freqüente de HC. Os defeitos hereditários da síntese hormonal ocorrem em minoria de crianças portadoras de HC. Fatores ambientais, genéticos e auto-imunes (mais) concorrem na etiologia do HC, mas na maioria dos casos de DT a causa é obscura. Atribui-se aos genes envolvidos na ontogenia da glândula tireóidea, como os fatores de transcrição TITF1, TITF2, PAX-8 e receptor de TSH (TSHR), função patogenética na DT. Até o momento não foi descrita anormalidade no gene TITF1 como causa de HC, enquanto foram identificadas mutações no PAX-8 em cinco recém-nascidos com DT. Embora não envolvidas na DT, mutações inativadoras do TSHR podem produzir espectro de defeitos congênitos oscilando entre hipertirotropinemia com eutireoidismo e hipotireoidismo com hipoplasia glandular. A clonagem dos genes envolvidos na biossíntese dos hormônios tireóideos, como o da tireoperoxidase (TPO) e tireoglobulina (Tg), permitiu a identificação de mutações responsáveis por alguns casos de bócio e hipotireoidismo decorrente de defeito de incorporação de iodeto ou anormalidades na síntese de Tg. Recentemente, foi demonstrada a base molecular do defeito de transporte ativo de iodeto e da síndrome de Pendred, respectivamente, devidas a mutações no gene NIS (simportador de sódio e iodeto) e no gene PDS (pendrina). Em conclusão, grande parte dos pacientes com HC e DT não tem esclarecida, ainda, a causa molecular desta síndrome. Resumo em inglês Congenital hypothyroidism (CH) occurs in 1/3000-4000 neonates worldwide and may be classified as permanent or transient. Primary CH accounts for the majority of affected children, while secondary and tertiary CH are rare. In iodine-sufficient countries, thyroid dysgenesis (TD) is the most frequent cause of CH. Hereditary inborn errors of thyroid hormonogenesis account for about 10-20% CH children. Environmental, genetic and autoimmune factors have been implicated in the e (mais) tiology of CH, but in the majority of cases the cause of TD remains to be clarified. Candidates for playing a pathogenetic role in TD are genes involved in thyroid gland ontogeny, such as those of thyroid transcription factors TITF1, TITF2, PAX-8 and the TSH-receptor (TSHR). No abnormality in the TITF1 gene has yet been found in CH, while mutations in the PAX-8 gene were identified in at least 5 neonates with TD. Loss of function mutations of the TSHR gene, although not involved in TD, may produce a spectrum of congenital defects ranging from euthyroid hyperthyrotropinemia to overt hypothyroidism with a hypoplastic gland. The cloning of genes implicated in the biosynthesis of thyroid hormones, such as those of thyroperoxidase (TPO) and thyroglobulin (Tg), has led to the identification of mutations responsible for some cases of goitrous hypothyroidism due to iodide organification defect or abnormalities in Tg synthesis. Recently, the molecular basis of the iodide transport defect and Pendred’s syndrome were reported, due to mutations, respectively, on the NIS and PDS genes. In conclusion, we still do not have elucidated the molecular basis of TD, the most common of the defects affecting neonates with CH.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Amplificação de mRNA de tireoglobulina no sangue de pacientes com carcinoma diferenciado da tireóide: qual o seu verdadeiro significado?/ Thyroglobulin mRNA amplification in peripheral blood of patients with differentiated thyroid carcinoma: what does it really mean?

Coelho, Sabrina Mendes; Vaisman, Mário; Carvalho, Denise Pires de
2006-06-01

Resumo em português Apesar do excelente prognóstico, aproximadamente 20-40% dos pacientes com carcinoma diferenciado da tireóide (CDT) evoluem com recidiva tumoral e o prognóstico está relacionado principalmente à detecção precoce da doença. Desta forma, o acompanhamento permanente dos pacientes com exames sensíveis é fundamental. A tireoglobulina (Tg) sérica já demonstrou importância como marcador de recidiva. Entretanto, sua dosagem apresenta ainda algumas dificuldades, como a (mais) interferência com anticorpo anti-Tg, e a sensibilidade dependente do nível de TSH. A amplificação de mRNA tumor-específico extraído a partir de células neoplásicas na corrente sangüínea apresentou resultados iniciais promissores. No entanto, após quase uma década de estudo da detecção do mRNA de Tg no sangue, ainda não foi estabelecida sua real contribuição no acompanhamento dos pacientes com CDT. Após análise crítica dos estudos publicados, verifica-se a enorme diversidade de protocolos empregados e resultados conflitantes. Desta forma, até o momento, a amplificação de mRNAs tireóide-específicos não é superior à dosagem de Tg sérica existente. A possibilidade de transcrição ilegítima e splicing alternativo são fatores que podem interferir com a especificidade do método. Resumo em inglês Despite the excellent prognosis, differentiated thyroid carcinoma (DTC) may recur in 20-40%, and prognosis is particularly related to early detection of recurrent disease. Therefore, long-term follow-up with sensitive tests is need. Serum thyroglobulin (Tg) has an established role as a tumor marker of relapse. However, there are technical limitations of Tg immunoassays, in special, the interference of anti-Tg antibodies and the method sensitivity is dependent on TSH stimu (mais) lation. Detection of circulating malignant cells by amplification of tumor-specific mRNA showed initial promising results. However, almost one decade of studies of Tg mRNA detection in peripheral blood, its real contribution for DTC follow-up had not yet been established. After a critical analysis of published data, it is clear that there are many protocol differences and conflicting results. Therefore, it seems that amplification of thyroid-specific mRNAs is not superior to sensitive Tg assays and illegitimate transcription and alternative splicing of Tg are factors that may influence mRNA test specificity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Biologia molecular das neoplasias de próstata/ Molecular biology in the prostate neoplasia

Brum, Ilma Simoni; Spritzer, Poli Mara; Brentani, Maria Mitzi
2005-10-01

Resumo em português O câncer de próstata (CP) é uma das principais causas de doença e morte, representando no Brasil a segunda causa de óbitos por câncer em homens. A hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma doença progressiva de alta prevalência, com evidências histológicas em 50% dos homens aos 50 anos e 90% aos 80 anos de idade. A patogênese das neoplasias prostáticas tem sido associada à ação dos androgênios e a seu receptor nuclear específico, embora os mecanismos m (mais) oleculares que envolvem os processos de proliferação, diferenciação e apoptose não estejam bem estabelecidos, assim como os mecanismos de transformação neoplásica e carcinogênese. Co-ativadores e co-repressores podem também contribuir para a carcinogênese prostática, ligando-se diretamente aos receptores nucleares, recrutando proteínas adicionais e interagindo com a maquinaria transcricional para aumentar a transcrição de genes-alvo. Polimorfismos do receptor de androgênios e da 5alfa redutase tipo 2 foram identificados e poderiam estar associados com risco para CP. Genes reguladores do ciclo celular e da apoptose, bem como fatores de crescimento, também participam de processos relacionados com a tumorigênese prostática. Assim, alterações no padrão da expressão gênica do tecido normal podem levar ao desenvolvimento do fenótipo maligno e potencialmente estes genes podem servir como marcadores de prognóstico. Com o advento de novas tecnologias moleculares, o número de genes marcadores potenciais para o CP cresce dia a dia, mas os dados atuais requerem ainda validação com maior número de amostras e correlação com o processo da doença. Trazê-los do ambiente de laboratório para o uso clínico requer uma análise rigorosa e há, portanto, um longo caminho ainda a percorrer. Resumo em inglês Prostate cancer (PC) is one of the main causes of disease and death and represents the second cause of death among men in Brazil. Benign prostate hyperplasia is a progressive and prevalent disease. It is estimated that men present around 50% and 90% of histological evidences of prostate hyperplasia at 50 and 80 years, respectively. While the pathogenesis of prostate neoplasias has been closely related to androgen and their specific nuclear receptor, the molecular mechanis (mais) ms of cell growth, differentiation and apoptosis processes are still not clearly established. Co-activators and co-repressors could also contribute to prostate carcinogenesis by their binding to nuclear receptors or by interacting with the transcriptional machinery in order to increase the transcription of target genes. AR and type 2 5alpha reductase polymorphisms seem to be associated to the risk for PC. In addition, apoptosis and cellular cycle regulator genes, as well as growth factors, have been reported to be associated with the prostate tumorigenesis. Therefore, changes on the gene expression of normal tissue may be associated to the development of malign phenotype and these genes could be regarded as candidates of prognosis markers. The number of these genes increases every day but the present data needs further studies and correlation with the disease progression.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Homem XX: relato de três casos na faixa etária pediátrica/ XX male: 3 case reports during childhood

Damiani, Durval; Guedes, Dulce Rondina; Damiani, Daniel; Dichtchekenian, Vaê; Coelho Neto, José Rodrigues; Maciel-Guerra, Andréa Trevas; Guerra-Júnior, Gil; Mello, Maricilda Palandi de; Setian, Nuvarte
2005-02-01

Resumo em português São apresentados três pacientes com a condição clínica conhecida como "homem XX", rara na faixa etária pediátrica, caracterizada por um fenótipo masculino (em geral não associado a ambigüidade genital), testículos, porém cariótipo 46,XX. O diagnóstico costuma ser feito no adulto devido à esterilidade; na faixa etária pediátrica, ele é feito nos casos com ambigüidade genital ou ginecomastia. Na maioria dos pacientes é detectado o gene SRY (Sex-determini (mais) ng Region of the Y chromosome), o que explica a diferenciação testicular, porém em 20% dos casos ele está ausente, o que torna evidente que a determinação gonadal é um processo dependente de múltiplos genes e fatores de transcrição. O diagnóstico de apenas 3 casos em dois serviços de referência num período de quase 30 anos indica sua raridade entre os casos de anomalias da diferenciação sexual. Resumo em inglês We report on three patients with the clinical condition known as "XX male", which is uncommon in the pediatric age group. Patients have a male phenotype (usually without ambiguous genitalia) and testes; however, the karyotype is 46,XX. The diagnosis is usually made in adult life due to infertility; it may also be done by the pediatrician when there is ambiguous genitalia or gynecomastia. The SRY gene (Sex-determining Region of the Y chromosome) is detected in most cases, (mais) thus explaining the origin of testicular development; however, it is absent in 20% of the cases, thus indicating that gonadal determination is a complex process which depends on the interaction of many genes and transcription factors. The finding of only 3 cases in two reference services in a 30-year period indicates the rarity of this disorder among intersex cases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Glitazonas e síndrome metabólica: mecanismos de ação, fisiopatologia e indicações terapêuticas/ Glitazones and the metabolic syndrome: mechanism of action, pathophysiology and therapeutic indications

Gomes, Marília de Brito
2006-04-01

Resumo em português O diabetes mellitus (DM) é considerado um problema de saúde pública em países devido às suas complicações crônicas macro e microvasculares, com grande impacto na morbimortalidade dos pacientes. A doença é o estágio final de uma síndrome crônica e progressiva, cujas anormalidades fisiopatológicas iniciam-se anos antes do diagnóstico clínico da doença. A síndrome metabólica (SM) é conseqüente ao aumento mundial da prevalência de obesidade. O DM é freq (mais) üentemente associado com condições clínicas e laboratoriais que fazem parte da SM, como a obesidade, hipertensão arterial, dislipidemia e microalbuminúria, também fatores de risco cardiovascular. Estudos populacionais demonstram aumento na prevalência de todos os fatores que compõem esta síndrome do pré-diabetes ao DM manifesto, resultando em elevada prevalência de doença cardiovascular e morbimortalidade. Estima-se que >80% dos pacientes com DM apresentem SM. As glitazonas são agonistas PPAR-gama que melhoram a sensibilidade insulínica. Estas drogas induzem à transcrição de genes relacionados ao metabolismo glicídico e lipídico e à expressão de proteínas inflamatórias e endoteliais associadas com o processo aterosclerótico, resultando em melhora da função endotelial. Entretanto, algumas questões relacionadas às glitazonas merecem mais estudos, como a causa de seus efeitos colaterais (ganho de peso, edema e desenvolvimento de insuficiência cardíaca congestiva). Resumo em inglês Diabetes mellitus (DM) is considered a major public health problem in both developed and developing countries due to its chronic complications, at the macro or microcirculation, with great impact on mortality and morbidity in all patients. The disease is considered the end of a pathophysiologic process involving peripheral and hepatic insulin resistance and reduced insulin secretion that have been started years before the clinical diagnosis. Metabolic syndrome (MS) is a d (mais) isorder that results from the increasing prevalence of obesity worldwide. DM is frequently associated with clinical and laboratory features of MS, like abdominal obesity, hypertension, dyslipidemia and microalbuminuria that are also risk factors for cardiovascular disease. Populational studies have demonstrated increasing prevalence of all the features of MS from pre-diabetes to clinical DM resulting in a great risk of cardiovascular disease. The prevalence of MS in DM type 2 is estimated to be >80%. Glitazones are PPAR-gamma agonists that improve insulin sensitivity. These drugs induce the transcription of genes related to glucose and lipid metabolism, and expression of inflammatory and endothelial proteins associated with atherosclerosis process resulting in an improvement in endothelial function. However several questions need to be clarified regarding the glitazones, in special those associated with their adverse effects such as weight gain, edema and heart failure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Alterações da haste hipofisária e suas implicações clínicas/ Abnormalities of the pituitary stalk and its clinical implications

Drummond, Juliana B.; Martins, José Carlos T.; Soares, Maria Marta S.; Dias, Eduardo Pimentel
2003-08-01

Resumo em português O estudo da haste hipofisária através da ressonância magnética (RM) tem possibilitado a identificação de certas alterações de imagem que se correlacionam clinicamente com diversos distúrbios endócrinos. O conhecimento da embriologia e da anatomia da região hipotálamo-hipofisária, assim como a definição dos critérios de normalidade à RM são fundamentais para uma melhor compreensão e caracterização das alterações da haste hipofisária. O espessamento (mais) (ou alargamento) é comumente associado ao diabetes insipidus (DI) e o seu achado requer, principalmente em crianças e adolescentes, a pesquisa de uma causa etiológica de base. O afilamento, a interrupção abrupta e a ausência da haste hipofisária estão associados à deficiência congênita de GH, denotando tais achados quadros clínicos por vezes distintos. Por fim, mutações em diferentes fatores de transcrição envolvidos na organogênese hipofisária estão associadas a alterações na RM, tornando-a uma importante ferramenta na investigação do hipopituitarismo de causa genética. Resumo em inglês Magnetic resonance imaging (MRI) of the pituitary stalk has revealed certain abnormalities with significant clinical relevance. In order to correctly appreciate them, one must be aware of the embryology and anatomy of the pituitary-hypothalamic axis and the criteria that define a normal MRI. Pituitary stalk thickening is frequently related to Diabetes Insipidus and this finding requires further evaluation, especially in children and adolescents. A truncated, thin or absen (mais) t stalk can be associated with growth hormone deficiency and contribute to the prediction of the severity and the pattern of the hypopituitarism. At last, mutations of different transcription factors controlling pituitary development may be associated with characteristic pituitary-hypothalamic MRI abnormalities, underscoring its utility in the assessment of congenital hypopituitarism.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Fatores e mecanismos envolvidos na hipertrofia ventricular esquerda e o papel anti-hipertrófico do óxido nítrico/ Factors and mechanisms involved in left ventricular hypertrophy and the anti-hypertrophic role of nitric oxide

Garcia, José Antonio Dias; Incerpi, Erika Kristina
2008-06-01

Resumo em português A hipertrofia ventricular esquerda (HVE) ocorre em reposta à sobrecarga hemodinâmica relatada em várias condições fisiológicas e patológicas. Entretanto, ainda não está completamente elucidado se o estímulo primário para a hipertrofia é o estiramento mecânico do coração, fatores neuro-humorais, ou mesmo a interação de ambos. Esses fatores são traduzidos no interior da célula como alterações bioquímicas que levam à ativação de segundos (citosólico (mais) s) e terceiros (nucleares) mensageiros que irão agir no núcleo da célula, regulando a transcrição, e finalmente determinarão a expressão gênica que induza HVE. A HVE é caracterizada por alterações estruturais decorrentes do aumento das dimensões dos cardiomiócitos, da proliferação do tecido conjuntivo intersticial e da rarefação da microcirculação coronariana. Nos últimos anos, o óxido nítrico (•NO) surgiu como um importante regulador do remodelamento cardíaco, especificamente reconhecido como um mediador anti-hipertrófico. Vários estudos têm demonstrado os alvos celulares, as vias de sinalização anti-hipertrófica e o papel funcional do •NO. Portanto, a HVE parece desenvolver-se em decorrência da perda do balanço entre as vias de sinalização pró e anti-hipertróficas. Esses novos conhecimentos sobre as vias de sinalização pró e anti-hipertróficas permitirão desenvolver novas estratégicas no tratamento das HVE patológicas. Resumo em inglês The left ventricular hypertrophy (LVH) occurs in response to the hemodynamic overload in some physiological and pathological conditions. However, it has not been completely elucidated whether the primary stimulation for the hypertrophy is the mechanical stretching of the heart, neurohumoral factors, or even the interaction of both. These factors are translated inside the cell as biochemical alterations that lead to the activation of second (cytosolic) and third (nuclear) (mais) messengers that will act in the cell nucleus, regulating transcription, and will finally determine the genic expression that induces LVH. The LVH is characterized by structural alterations due to the increase in the cardiomyocyte dimensions, the proliferation of the interstitial connective tissue and the rarefaction of the coronary microcirculation. Recently, nitric oxide (•NO) has appeared as an important regulator of cardiac remodeling, specifically recognized as an anti-hypertrophic mediator. Some studies have demonstrated the cellular targets, the anti-hypertrophic signaling pathways and the functional role of •NO. Thus, the LVH seems to develop as a result of the loss of the balance between the pro and the anti-hypertrophic signaling pathways. This new knowledge about the pro and anti-hypertrophic signaling pathways will allow the development of new strategies in the treatment of pathological LVH.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Aspectos genéticos do hipotireoidismo congênito/ Genetic aspects in congenital hypothyrodism

Perone, Denise; Teixeira, Silvânia S.; Clara, Sueli A.; Santos, Daniela C. dos; Nogueira, Célia R.
2004-02-01

Resumo em português Hipotireoidismo congênito (HC) afeta cerca de 1:3000 a 1:4000 recém-nascidos (RN). Numerosos genes são essenciais, tanto para o desenvolvimento normal do eixo hipotálamo-hipófise-tireóide quanto para a produção hormonal, e estão associados ao HC. Cerca de 85% do hipotireoidismo primário é denominado disgenesia tireoidiana e evidências sugerem que mutações nos fatores de transcrição (TTF2, TTF1 e PAX-8) e no gene do receptor de TSH podem ser responsáveis p (mais) ela doença. Os defeitos hereditários da síntese hormonal podem ser devidos a mutações nos genes NIS (natrium-iodide symporter), pendrina, tireoglobulina (TG), peroxidase (TPO). Mais recentemente, mutações no gene THOX-2 têm sido descritas para defeitos na organificacão. O hipotireoidismo central afeta cerca de 1:20.000 RN e tem sido associado com mutações nos fatores transcricionais hipofisários (POUIF1, PROP1, LHX3, HESX1). A síndrome de resistência periférica ao hormônio tireoidiano é uma doença rara que cursa com hipotireoidismo em alguns tecidos e, freqüentemente, está associada a mutações autossômicas dominantes no receptor beta (TRß). Resumo em inglês Congenital hypothyroidism (CH) affects between 1:3,000 and 1:4,000 newborns. Many genes are essential for normal development of the hypothalamus-pituitary-thyroid axis and hormone production, and are associated with CH. About 85% of primary hypothyroidism is called thyroid digenesis and evidence suggests that mutations in transcription factors (TTF2, TTF1, and PAX-8) and TSH receptor gene could be responsible for the disease. Genetic defects of hormone synthesis could be (mais) caused by mutations in the following genes: NIS (natrium-iodide symporter), pendrine, thyreoglobulin (TG), peroxidase (TPO). Recently, mutations in the THOX-2 gene have also been related to organification defects. Central hypothyroidism affects about 1:20,000 newborns and has been associated with mutations in pituitary transcriptional factors (POUIF1, PROP1, LHX3, and HESX1). The syndrome of resistance to thyroid hormone is rare, implies a hypothyroidism state for some tissues and is frequently associated with dominant autosomal mutations in the beta-receptor (TRß).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Receptor ativado por proliferadores de peroxissoma gama (Ppargama): estudo molecular na homeostase da glicose, metabolismo de lipídeos e abordagem terapêutica/ Peroxisome proliferator-activated receptor gamma (PPARgamma): molecular study in glucose homeostasis, lipid metabolism and therapeutic approach

Tavares, Vladimir; Hirata, Mario Hiroyuki; Hirata, Rosario D. Crespo
2007-06-01

Resumo em português Os receptores ativados por proliferadores de peroxissoma (PPARs) são fatores de transcrição pertencentes à família de receptores nucleares que regulam a homeostase da glicose, metabolismo de lipídeos e inflamação. Três proteínas, codificadas por genes distintos, têm sido identificadas: PPARalfa, PPARbeta e PPARgama, que controlam a expressão gênica pela ligação a elementos responsivos específicos (PPREs) localizados na região promotora. Estudos recentes s (mais) ugerem que a ativação do PPARgama pode diminuir a progressão da aterosclerose e aumentar a sensibilidade à insulina, podendo ser um potencial alvo terapêutico para o tratamento de diversas enfermidades, incluindo o diabetes melito do tipo 2 e dislipidemia. Esta revisão destaca os estudos recentes e os avanços das principais funções que esse receptor desempenha no metabolismo, com ênfase nos mecanismos moleculares e eficácia terapêutica. Resumo em inglês The peroxisome proliferators-activated receptors (PPARs) are transcription factors belonging to the family of nuclear receptors that regulate glucose homeostasis, lipid metabolism and inflammation. Three proteins, encoded by distinct genes, have been identified: PPARalpha, PPARbeta and PPARgamma, which control gene expression by binding to specific response elements (PPREs) in the promoters. Recent studies suggest that activation of PPARgamma might decrease atherosclerosi (mais) s progression and increase the insulin sensitivity, might be a potential therapeutic target for the treatment of a diverse array of disorders, including type 2 diabetes and dyslipidaemia. This review highlights recent studies, which have advanced our understanding of the pivotal role that this receptor plays in metabolism, with particular reference to the molecular mechanisms and therapeutic efficacy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Mecanismo molecular da ação do hormônio tireoideano/ Molecular mechanism of thyroid hormone action

Barra, Gustavo B.; Velasco, Lara F.R.; Pessanha, Rutnéia P.; Campos, Alessandra M.; Moura, Fanny N.; Dias, Sandra M.G.; Polikarpov, Igor; Ribeiro, Ralff C.J.; Simeoni, Luiz Alberto; Neves, Francisco A.R.
2004-02-01

Resumo em português Os hormônios tireoideanos (HTs) são necessários para a diferenciação, crescimento e metabolismo de diversos tecidos de vertebrados. Seus efeitos são mediados pelos receptores do hormônio tireoideano (TRs), membros da superfamília dos receptores nucleares. Estes receptores são fatores de transcrição modulares que se ligam em seqüências específicas do DNA denominadas elementos responsivos ao TR, que são encontrados nos promotores dos genes regulados pelo HT. (mais) Os TRs são codificados por dois genes distintos, alfae beta, localizados nos cromossomos 17 e 3, respectivamente. Estas isoformas apresentam diferentes funções e sua expressão é específica para cada tecido. O TR se liga ao DNA como monômero, homodímero ou heterodímero com o receptor de retinóide X (RXR). Além disso, o TR modula a atividade transcricional (repressão ou ativação) através da interação com correpressores e co-ativadores, na ausência e na presença do T3, respectivamente. A compreensão do mecanismo molecular da ação do receptor do hormônio tireoideano e a definição de sua estrutura cristalográfica contribuirão para a aquisição de novos conceitos envolvidos na transcrição e nos distúrbios hormonais presentes nas doenças endócrinas, assim como facilitará o desenho de novas drogas, agonistas ou antagonistas, com grande valor terapêutico. Resumo em inglês Thyroid hormones (TH) are involved in normal differentiation, growth, and metabolism in several tissues of all vertebrates. Their actions are mediated by the TH receptors (TRs), members of the nuclear hormone receptor superfamily. These receptors are transcription factors that bind to DNA on specific sequences, the TR response element (TREs), in promoters of target genes. Two genes encode TRs, alpha e beta, located in chromosomes 17 and 3, respectively. These isoforms sho (mais) w different functions and exhibit a tissue specific expression. TRs function as monomers, homodimers or heterodimers with retinoid X receptor (RXR) and modulate transcription activity (repression or activation) by interacting with co-repressor and co-activators, which associate with TR in the absence or presence of T3, respectively. Understanding the molecular mechanism of TR action and the definition of its crystallographic structure will provide new insights into transcription mechanisms and will facilitate the design of new drugs with greater therapeutic value.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Hipotireoidismo na criança: diagnóstico e tratamento/ Hypothyroidism in children: diagnosis and treatment

Setian, Nuvarte
2007-11-01

Resumo em português OBJETIVO: Apresentar dados relevantes e atualizados referentes ao quadro de hipotireoidismo do recém-nascido ao adolescente. FONTES DE DADOS: Artigos, revisões e livros contendo informações atualizadas e de interesse. SÍNTESE DOS DADOS:Esta revisão aborda dados sobre etiopatogenia do hipotireoidismo. A triagem para o hipotireoidismo congênito é importante para o diagnóstico e tratamento precoce do recém-nascido. Aponta as dificuldades na conduta do hipotireoidis (mais) mo subclínico. Destaca a importância do diagnóstico da tireoidite auto-imune de Hashimoto, sua alta incidência entre os adolescentes, principalmente meninas, e a existência de um quadro neurológico grave, a encefalopatia de Hashimoto. Aponta para situações em que o hipotireoidismo grave pode levar a distúrbios da puberdade com situações de precocidade e retardo puberal. Descreve a importância dos fatores de transcrição na embriogênese da tireóide. Critérios diagnósticos e terapêuticos são abordados. CONCLUSÃO: Os hormônios tireoidianos são necessários para o crescimento e desenvolvimento normal desde a vida fetal. Sua produção insuficiente ou sua ação inadequada em nível celular ou molecular levam ao hipotireoidismo. Esses hormônios são necessários para o desenvolvimento do cérebro na vida fetal e pós-natal. Neonatologistas e pediatras deparam-se com problemas do desenvolvimento da criança, muitos dos quais já começam em vida intra-uterina. Atualmente, com a triagem neonatal, neonatologistas e pediatras podem evitar danos irreversíveis com tratamento precoce. Também devem estar atentos para disfunções como as do hipotireoidismo subclínico e tireoidite de Hashimoto, que podem provocar danos não só no crescimento, mas também no desenvolvimento neurológico e psicológico destas crianças e adolescentes. Resumo em inglês OBJECTIVE:To present relevant and updated information on the status of hypothyroidism in the pediatric population (newborn infants to adolescents). SOURCES: Original and review articles and books containing relevant updated data. SUMMARY OF THE FINDINGS: This review addressed data on the etiopathogeny of hypothyroidism and on the importance of screening for congenital hypothyroidism to assure early diagnosis and treatment of the newborn. We point out the difficulties expe (mais) rienced in the handling of subclinical hypothyroidism; we also address the importance of diagnosing autoimmune Hashimoto's thyroiditis, the high incidence of the disease among adolescents, mainly females, and the occurrence of a severe neurological condition, Hashimoto's encephalopathy. We indicate situations in which severe hypothyroidism may lead to puberty disorders (precocious or delayed puberty) and describe the importance of transcription factors in thyroid embryogenesis. Diagnostic and therapeutic criteria are also addressed. CONCLUSION: Thyroid hormones are necessary for normal growth and development since fetal life. Insufficient production or inadequate activity on the cellular or molecular level lead to hypothyroidism. These hormones are necessary for the development of the brain in the fetus and in the newborn infant. Neonatologists and pediatricians deal with child development issues in their practice, and many of these issues start during intrauterine life. Currently, with neonatal screening, neonatologists and pediatricians can prevent irreversible damage through early treatment. They should also be alert for dysfunctions such as subclinical hypothyroidism and Hashimoto's thyroiditis, which may provoke damage not only to growth, but also to the neurological and psychological development of these children and adolescents.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Genética molecular do eixo hipotálamo-hipófise-gonadal/ Molecular genetics of the hypothalamic-pituitary-gonadal axis

Costa, Elaine M. Frade; Domenice, Sorahia; Correa, Rafaela Vieira; Marui, Suemi; Latronico, Ana Claudia; Mendonça, Berenice B. de
2003-08-01

Resumo em português Nessa revisão, descrevemos os genes que codificam uma rede de fatores de transcrição, proteínas, hormônios, enzimas e receptores expressos nos diversos níveis do eixo hipotálamo-hipófise-gonadal (HHG), e relatamos nossa experiência na identificação e caracterização das mutações identificadas em pacientes com alterações do eixo HHG, incluindo o hipogonadismo hipergonadotrófico e o hipogonadismo hipogonadotrófico isolado ou associado a outras deficiência (mais) s hormonais hipofisárias, e alterações do desenvolvimento puberal e sexual. Até o momento, foram identificados 15 genes que atuam no desenvolvimento e função do eixo HHG: KAL, SF1, DAX1, LEPTINA, PC1, GnRH, GnRHR, HESX1, LHX3, PROP1, FSHR, LHR, FSHb, LHb e FGFR1. A maioria das mutações identificadas em nossa casuística foi descrita pela primeira vez na literatura e freqüentemente esteve associada a novos aspectos clínicos e hormonais das doenças. As conseqüências dessas mutações, caracterizadas por estudos in vitro, contribuíram para um melhor entendimento da estrutura e função das proteínas codificadas por esses genes. A união do diagnóstico clínico, hormonal e molecular dos distúrbios do eixo HHG contribui significantemente para aprimorar o conhecimento e, conseqüentemente, o diagnóstico e a terapêutica destes pacientes. Resumo em inglês In this review, we described the genes that encode an array of transcription factors, matrix proteins, hormones, enzymes and receptors that are expressed at multiple levels of the hypothalamic-pituitary-gonadal axis (HPG). In addition, we reported our experience in the identification and characterization of naturally occurring mutations in patients affected by HPG disorders, including hypergonadotropic hypogonadism and hypogonadotropic hypogonadism, isolated or associated (mais) with others pituitary hormonal deficiencies, and abnormalities of pubertal and sexual development. To date, fifteen distinct genes implicated with HPG axis development and function were identified: KAL, SF1, DAX1, LEPTIN, PC1, GnRH, GnRHR, HESX1, LHX3, PROP1, FSHR, LHR, LHb, FSHb and FGFR1. Most mutations identified in our cohort were described for the first time in literature and they frequently were associated with new clinical and hormonal aspects of the diseases. Characterization of the consequences of these mutations in in vitro studies have provided increased understanding of the structure and function of the proteins encoded by these genes. The combined clinical, hormonal and molecular diagnosis of HPG disorders have helped significantly to improve the knowledge and, consequently, the diagnosis and treatment of these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Motivos de rejeição aos métodos contraceptivos reversíveis em mulheres esterilizadas/ Reasons why sterilized women refused reversive contraceptive methods

Carvalho, Marta Lucia de Oliveira; Schor, Néia
2005-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Identificar as representações sobre os métodos contraceptivos que poderiam ser alternativas à esterilização, para um grupo de mulheres esterilizadas, visando a entender os motivos de rejeição a esses métodos. MÉTODOS: Trata-se de trabalho descritivo, qualitativo, cuja população estudada foi constituída por 31 mulheres esterilizadas, aleatoriamente selecionadas da listagem de pacientes atendidas pelo Programa de Planejamento Familiar de um ambulatór (mais) io de um hospital universitário. As informações foram obtidas das mulheres estudadas por meio de entrevistas semi-estruturadas. As transcrições foram analisadas segundo o método de Análise de Conteúdo. RESULTADOS: A rejeição aos métodos contraceptivos esteve baseada em representações resultantes de informações técnicas recebidas em serviços de saúde, de vivências anteriores com esses métodos ou de informações recebidas do meio social. A rejeição aos métodos hormonais e DIU baseou-se principalmente em representações de baixa inocuidade; os métodos comportamentais (Tabela, Billings) foram rejeitados por representações de baixa eficácia; os métodos de barreira (diafragma e camisinha), por dificuldades no uso desses métodos relacionados a padrões culturais de exercício da sexualidade e representações de baixa eficácia. CONCLUSÕES: A opção pela esterilização feminina pode ser indicativa de rejeição às alternativas contraceptivas oferecidas pelos serviços de saúde. Os profissionais da área de saúde reprodutiva devem aprofundar seu conhecimento sobre os fatores pessoais, socioeconômicos e culturais que podem influenciar as mulheres na procura por um método contraceptivo que assegure maior controle de sua própria fecundidade. Resumo em inglês OBJECTIVE: To identify the representations of contraceptive methods within a group of sterilized women, aiming at understanding the reasons why they refused those methods. METHODS: A descriptive qualitative study was carried out on 31 sterilized women, randomly selected from a list of patients attending the Family Planning Program of a university hospital. Data was collected through a semi-structured interview. Interview transcription was analyzed according to the Content (mais) Analysis method. RESULTS: Refusal to other contraceptive methods was based on representations formed from a mixture of technical information received at health service units, their previous experiences with contraceptive methods and information received in the social environment. Rejection of high efficacy methods (hormonal and IUD) was mostly based on their low innocuousness; refusal to fertility awareness methods (calendar calculation, Billings ovulation method) was due to their low efficacy; and rejection of barrier methods (condom, diaphragm) was due to a culturally patterned sexuality full of interdictions as well as to their low efficacy. CONCLUSIONS: The option for female sterilization may be indicative of the refusal to the contraceptive alternatives offered by health services. Reproductive health professionals should increase in their practice the knowledge about personal, socio-economic and cultural factors that affect women's choice of a contraceptive method that could guarantee a better control over their own reproductive life.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Motivos de rejeição aos métodos contraceptivos reversíveis em mulheres esterilizadas/ Reasons why sterilized women refused reversive contraceptive methods

Carvalho, Marta Lucia de Oliveira; Schor, Néia
2005-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Identificar as representações sobre os métodos contraceptivos que poderiam ser alternativas à esterilização, para um grupo de mulheres esterilizadas, visando a entender os motivos de rejeição a esses métodos. MÉTODOS: Trata-se de trabalho descritivo, qualitativo, cuja população estudada foi constituída por 31 mulheres esterilizadas, aleatoriamente selecionadas da listagem de pacientes atendidas pelo Programa de Planejamento Familiar de um ambulatór (mais) io de um hospital universitário. As informações foram obtidas das mulheres estudadas por meio de entrevistas semi-estruturadas. As transcrições foram analisadas segundo o método de Análise de Conteúdo. RESULTADOS: A rejeição aos métodos contraceptivos esteve baseada em representações resultantes de informações técnicas recebidas em serviços de saúde, de vivências anteriores com esses métodos ou de informações recebidas do meio social. A rejeição aos métodos hormonais e DIU baseou-se principalmente em representações de baixa inocuidade; os métodos comportamentais (Tabela, Billings) foram rejeitados por representações de baixa eficácia; os métodos de barreira (diafragma e camisinha), por dificuldades no uso desses métodos relacionados a padrões culturais de exercício da sexualidade e representações de baixa eficácia. CONCLUSÕES: A opção pela esterilização feminina pode ser indicativa de rejeição às alternativas contraceptivas oferecidas pelos serviços de saúde. Os profissionais da área de saúde reprodutiva devem aprofundar seu conhecimento sobre os fatores pessoais, socioeconômicos e culturais que podem influenciar as mulheres na procura por um método contraceptivo que assegure maior controle de sua própria fecundidade. Resumo em inglês OBJECTIVE: To identify the representations of contraceptive methods within a group of sterilized women, aiming at understanding the reasons why they refused those methods. METHODS: A descriptive qualitative study was carried out on 31 sterilized women, randomly selected from a list of patients attending the Family Planning Program of a university hospital. Data was collected through a semi-structured interview. Interview transcription was analyzed according to the Content (mais) Analysis method. RESULTS: Refusal to other contraceptive methods was based on representations formed from a mixture of technical information received at health service units, their previous experiences with contraceptive methods and information received in the social environment. Rejection of high efficacy methods (hormonal and IUD) was mostly based on their low innocuousness; refusal to fertility awareness methods (calendar calculation, Billings ovulation method) was due to their low efficacy; and rejection of barrier methods (condom, diaphragm) was due to a culturally patterned sexuality full of interdictions as well as to their low efficacy. CONCLUSIONS: The option for female sterilization may be indicative of the refusal to the contraceptive alternatives offered by health services. Reproductive health professionals should increase in their practice the knowledge about personal, socio-economic and cultural factors that affect women's choice of a contraceptive method that could guarantee a better control over their own reproductive life.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Mecanismos celulares e moleculares que controlam o desenvolvimento e o crescimento muscular/ Cellular and molecular mechanisms that control muscular development and growth

Silva, Maeli Dal Pai; Carvalho, Robson Francisco
2007-07-01

Resumo em português O músculo estriado esquelético é formado pela associação de fibras musculares com a matriz extracelular. Esse tecido possui alta plasticidade e o conhecimento das características morfológicas, da miogênese, e da dinâmica do crescimento é importante para o entendimento da morfofisiologia bem como para a seleção de animais visando a melhoria na produção de carne. A maioria dos músculos estriados originam-se de células precursoras do mesoderma a partir dos so (mais) mitos do embrião e o controle da diferenciação ocorre pela ação de fatores indutores ou inibidores. Um grupo de fatores transcricionais, pertencentes à família MyoD tem um papel central na diferenciação muscular. Coletivamente chamados de Fatores de Regulação Miogênica (MRFs), são conhecidos quatro tipos: MyoD, myf-5, miogenina e MRF4. Esses fatores ligam-se à seqüências de DNA conhecidas como Ebox (CANNTG) na região promotora de vários genes músculo-específicos, levando à expressão dos mesmos. As células embrionárias com potencial para diferenciação em células musculares (células precursoras miogênicas) expressam MyoD e Myf-5 e são denominadas de mioblastos. Essas células proliferam, saem do ciclo celular, expressam miogenina e MRF4, que regulam a fusão e a diferenciação da fibra muscular. Uma população de mioblastos que se diferencia mais tardiamente, as células miossatélites, são responsáveis pelo crescimento muscular no período pós natal, que pode ocorrer por hiperplasia e hipertrofia das fibras. As células satélites quiescentes não expressam os MRFs, porém, sob a ação de estímulos como fatores de crescimento ou citocinas, ocorre a ativação desse tipo celular que prolifera e expressa os MRFs de maneira similar ao que ocorre com as células precursoras miogênicas durante a miogênese. Os mecanismos de crescimento muscular são regulados pela expressão temporal dos (MRFs), que controlam a expressão dos genes relacionados com o crescimento muscular. Resumo em inglês Skeletal muscle consists predominantly of muscle fibers surrounded by a connective tissue layer. This tissue has a great plasticity, and the knowledge of the morphological characteristics, myogenesis, and growth dynamics is important to the understanding of its physiology and to the farm animal selection for meat production. Most skeletal muscles are derived from mesodermal precursor cells originated from the somites. During embryonic development, specification of mesoder (mais) mal precursor cells to the myogenic lineage is regulated by positive and negative signals from surrounding tissues. Specification to the myogenic lineage requires the up-regulation of four muscle-specific transcriptional factors (MyoD, Myf5, myogenin, and MRF4), called myogenic regulatory factors (MRFs), which have a well-defined role in skeletal muscle development and differentiation. The MRFs belong to the basic helix-loop-helix (bHLH) super family of transcription factors, that forms heterodimers and bind to the E-box (CANNTG) DNA sequence motif found in the promoters of many muscle specific genes. Specification to the myogenic lineage requires the up-regulation of the MRFs MyoD and Myf5. Proliferative MyoD and/or Myf5 positive myogenic cells are termed myoblasts. Proliferating myoblasts withdraw from the cell cycle to become terminally differentiated myocytes that express the "late" MRFs, myogenin and MRF4. Specialized populations of myogenic stem cells, termed satellite cells, arise during the late stages of embryogenesis are highly active during the postnatal muscle growth, which may occur by muscle fiber hyperplasia or hypertrophy. Quiescent satellite cells do not express detectable levels of MRF; however, during muscle growth, in response to several growth factors, activated satellite cells proliferate and express the MRFs in a similar manner to muscle precursor cells during skeletal muscle development. Muscle growth mechanisms are controlled by the temporally expression of muscle growth related genes induced by the MRFs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Hipotireoidismo Congênito: Recentes Avanços em Genética Molecular/ Congenital Hypothyroidism: Recent Advances In Molecular Genetics

Rubio, Ileana G. Sanches; Knobel, Meyer; Nascimento, Antonio C. do; Santos, Cecília L.; Toniolo, Jussara V.; Medeiros-Neto, Geraldo
2002-08-01

Resumo em português O hipotireoidismo congênito (HC), detectado em recém-nascidos rastreados ao nascer, é causado por anomalias na organogênese (agenesia, tireóide ectópica, hipoplasia tireóidea) ou por defeitos específicos na hormonogênese. Mais raramente, o hipotireoidismo congênito tem origem em defeitos genéticos centrais, localizados no eixo hipotálamo-hipófise ou em mutações do gene do TSH-beta ou no receptor de TSH. Defeitos específicos da hormonogênese são causados (mais) por mutações no gene codificador para a proteína transportadora de iodeto (NIS), no gene da peroxidase (TPO), no gene traduzindo a pendrina (síndrome de Pendred), no gene da tireoglobulina, além de mutações que afetam o receptor de hormônio tireóideo (resistência genética ao HT) ou aos vários defeitos no transporte de HT na circulação periférica. Na maioria dos casos, os defeitos genéticos indicados criam condições para fenótipo com bócio e grau variável de hipotireoidismo, podendo a mutação genética ter expressão variável durante a vida adulta. Resumo em inglês Congenital hypothyroidism (CH), as seen in the neonatal period, is predominantly caused by defects in the organogenesis (athyreosis, ectopic thyroid, thyroid hypoplasia) or by specific defects in hormonogenesis (dyshormonogenesis). Central hypothyroidism is rare, being linked to specific transcription factors involved in the maturation of the hypothalamic-pituitary axis or by mutations in the TSH-beta gene. Dyshormonogenesis may be caused by mutation coding for thyroid pr (mais) oteins such as the TSH receptor, the sodium-iodide symporter (NIS), the pendrin (Pendred's syndrome), thyroid peroxidase (TPO), thyroglobulin (Tg), thyroid dehalogenase, the receptor for thyroid hormone (TR-beta) or thyroid transport proteins (TBG, transthyretin). Usually, most of these defective genes will induce a phenotype with goiter and variable degree of hypothyroidism that may be present in the neonatal period or will gradually develop during post-natal life. Moreover, the genetic expression may be partial or total according to the specific mutation occurring in the involved genes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Etiopatogênese Molecular dos Tumores Corticotróficos/ Molecular Etiopathogenesis of Corticotrophic Tumors

Antonini, Sonir R.; Castro, Margaret de
2002-08-01

Resumo em português Os corticotrofinomas representam aproximadamente 80% dos casos de síndrome de Cushing de origem endógena em adultos. Na última década, foram feitos avanços consideráveis na compreensão do desenvolvimento da hipófise anterior, na patogênese dos tumores hipofisários e nos fatores envolvidos na progressão tumoral. A aplicação do conceito geral de tumorigênese é adequada aos tumores corticotróficos, sendo este um processo que envolve várias etapas, resultante (mais) s da interação de eventos iniciadores e subseqüentemente de fatores promotores, sendo portanto multifatorial. De modo geral, oncogenes e genes de supressão tumoral freqüentemente relacionados a outros tipos de tumores não parecem contribuir neste processo, embora alteração na expressão de alguns destes genes, como p53, p16 e PTTG, possa estar relacionada a um comportamento fenotípico mais agressivo. A investigação das vias regulatórias específicas dos corticotrofos, principalmente a estrutura e a expressão dos genes dos receptores do CRH, AVP e GR também não evidenciou a presença de mutações. Entretanto, é possível que alterações em regiões promotoras ou em co-fatores que regulam estes genes possam estar presentes. Estudos futuros sobres os mecanismos de regulação da célula corticotrófica normal e tumoral deverão contribuir na definição de marcadores prognósticos e no desenvolvimento de novas modalidades de tratamento. Resumo em inglês Corticotropinomas represent approximately 80% of the etiology of Cushing's syndrome in adults. In the past decade remarkable advances in the knowledge of the normal anterior pituitary development, in the pathogenesis of the pituitary tumors, as well as in the factors involved in the tumoral progression have been made. General principles of tumorigenesis are valid in corticotrophic tumors and it is clear that this is a multistep and multifactorial process, resulting from t (mais) he interaction of initiating and promoting events. Most of the oncogenes and tumor suppressor genes related to other tumor types do not seem to contribute in this process, although abnormal expression of some of these genes, like PTTG, p53 and p16 can be related to a more aggressive phenotypic behavior. Investigation of the corticotrophic-specific regulatory pathways, mainly the structure and expression of the CRH, AVP, and GR receptor genes has also not shown significant abnormalities. However, it is possible that disruption in regulatory regions of these genes or in their transcription factors could be involved. Future studies in the regulatory mechanisms of both normal and tumoral corticotrophic cells could contribute in defining better prognostic markers and eventually in the development of new therapeutic strategie

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Estudos de expressão gênica utilizando-se microarrays: delineamento, análise, e aplicações na pesquisa zootécnica/ Microarray gene expression studies: experimental design, statistical data analysis, and applications in livestock research

Rosa, Guilherme Jordão de Magalhães; Rocha, Leonardo Bernardes da; Furlan, Luiz Roberto
2007-07-01

Resumo em português A tecnologia de microarrays, ou microarranjos de DNA, possibilita a avaliação simultânea da expressão de milhares de genes em diferentes tecidos em determinado organismo, em diferentes estágios de desenvolvimento ou condições ambientais. Microarrays são bastante utilizados em experimentos de genômica funcional com diversas espécies animais e vegetais, e têm sido gradativamente incorporados em diferentes áreas da pesquisa zootécnica, como crescimento e metabol (mais) ismo, resposta imune a doenças, reprodução e resposta a fatores de estresse não-infecciosos (restrição alimentar, exposição a elementos tóxicos e outras condições ambientais desfavoráveis), bem como melhoramento genético animal. Tais experimentos, entretanto, são ainda consideravelmente caros, como consequência, geralmente são conduzidos com tamanhos amostrais relativamente pequenos. Por outro lado, a realização dos experimentos com microarrays, desde a coleta das amostras, até a obtenção das imagens para análise, envolve uma série de procedimentos laboratoriais de alta complexidade, que frequentemente introduzem variações adicionais aos resultados obtidos. Desta maneira, a condução de ensaios com microarrays requer cuidadoso delineamento experimental e análise estatística dos dados. Nesta apresentação são discutidos princípios básicos do planejamento de ensaios com microarrays, bem como as ferramentas estatísticas e computacionais mais comuns para a análise dos mesmos. São também discutidos alguns exemplos de aplicação de experimentos com microarrays em zootecnia e, numa última seção, são traçadas algumas considerações finais envolvendo os tópicos gerais abordados. Resumo em inglês Microarray technology allows monitoring thousands of genes simultaneously in a specific tissue of an organism, in different developmental stages or environmental conditions. Microarrays are very common in functional genomics experiments with both animals and plant species, and they have been increasingly used also in different areas of livestock research, such as growth and metabolism, reproduction, immune response to diseases and parasites, response to non-infectious str (mais) ess factors (such as dietary restriction, exposure to toxic elements and other unfavorable environmental conditions) as well as animal breeding. Such experiments, however, are still considerably expensive and time consuming and, consequently, they are performed with relatively small sample sizes. Nonetheless, microarray experiments are extremely complex, as they involve a number of laboratorial procedures such as sample collection, RNA extraction, reverse transcription and labeling, and the final hybridization. Hence, microarray assays require careful experimental planning and statistical data analysis. In this manuscript, basic principles of experimental design for microarray studies are reviewed, as well as the most common statistical and computational tools used for their analysis. In addition, some examples of application of microarray technology in animal science are discussed, and some concluding remarks are presented afterward.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Co-infecção por HIV/HCV em hospital universitário de Recife, Brasil/ HIV/HCV coinfection at an university hospital in Recife, Brazil/ Coinfección por HIV/HCV en hospital universitario de Recife, Brasil

Carvalho, Flávia Helena Pontes de; Coêlho, Maria Rosângela Cunha Duarte; Vilella, Tatiana de Aguiar Santos; Silva, Jéfferson Luis Almeida; Melo, Heloísa Ramos de Lacerda
2009-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Estimar a prevalência do vírus da hepatite C (HCV) e fatores de risco associados com a co-infecção em pessoas soropositivas para HIV. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal, descritivo e analítico, com 343 portadores do HIV atendidos em um hospital universitário de Recife (PE), no período de março a dezembro de 2003. Os pacientes foram submetidos a um questionário padronizado sobre os fatores de risco. Nas amostras de soro foram pesquisados o anti-HCV pel (mais) o ELISA, o HCV-RNA por meio da RT-PCR e a identificação dos genótipos foi realizada no equipamento ABI377 (PE Biosystems®). As análises estatísticas utilizadas foram a univariada, a multivariada e a regressão logística múltipla. RESULTADOS: A prevalência encontrada para o HCV foi de 4,1% (14/343) pelo ELISA e de 3,2 % (11/343) quando utilizada a RT-PCR. Os genótipos mais freqüentes foram 1b (45%), 3 (33%) e 1a (22%). A faixa etária com maior proporção de co-infectados foi a de 30 a 39 anos, com predomínio do sexo masculino (64,3%). Após regressão logística múltipla, apenas a variável transfusão sangüínea permaneceu como fator de risco para o HCV (OR=4,28; IC 95%: 1,44;12,73). CONCLUSÕES: A prevalência da co-infecção HIV/HCV foi baixa, a transfusão sangüínea foi um fator de risco e o genótipo 1b do HCV foi o mais freqüente. Resumo em espanhol OBJETIVO: Estimar la prevalencia de virus de hepatitis C (HCV) y factores de riesgo asociados con la coinfección en personas seropositivas para HIV. MÉTODOS: Estudio de tipo transversal, descriptivo y analítico, con 343 portadores de HIV atendidos en un hospital universitario de Recife (Noreste de Brasil), en el período de marzo a diciembre de 2003. Los pacientes fueron sometidos a un cuestionario estandarizado sobre los factores de riesgo. En las muestras de suero fu (mais) eron pesquisados el anti-HCV por ELISA, el HCV-RNA por medio de la RT-PCR y la identificación de los genotipos fue realizada en el equipo ABI377 (PE Biosystems®). Los análisis estadísticos utilizados fueron la univariada, la multivariada y la regresión logística múltiple. RESULTADOS: La prevalencia encontrada para el HCV fue de 4,1% (14/343) por ELISA y de 3,2% (11/343) por RT-PCR. Los genotipos mas frecuentes fueron 1b (45%), 3 (33%) y 1a (22%). El rango de edad con mayor proporción de coinfectados fue la de 30-39 años, con predominio del sexo masculino (64,3%). Posterior a la regresión logística múltiple, sólo la variable transfusión sanguínea permaneció como factor de riesgo para el HCV (OR=4,28; IC 95%: 1,44; 12,73). CONCLUSIONES: La prevalencia de la coinfección HIV/HCV fue baja, la transfusión sanguínea fue un factor de riesgo y el genotipo 1b de HCV fue el más frecuente. Resumo em inglês OBJECTIVE: To estimate the prevalence of hepatitis C virus (HCV) infection and risks factors associated with coinfection in HIV-positive individuals. METHODS: A cross-sectional descriptive study was conducted with 343 HIV patients attended at a university hospital in Recife, Northeastern Brazil, from March to December 2003. A standardized questionnaire about risk factors was administered. Serum samples were analyzed for anti-HCV antibodies using enzyme-linked immunosorben (mais) t assay (ELISA), HCV-RNA using reverse transcription-polymerase chain reaction (RT-PCR), and genotyping using the ABI 377 (PE Biosystems®). Univariate and multivariate analyses and multiple logistic regression were performed. RESULTS: HCV prevalence was 4.1% (14/343) using ELISA and 3.2% (11/343) using RT-PCR. The most common genotypes were 1b (45%), 3 (33%) and 1a (22%). Co-infection was higher among those aged 30 to 39 years, and predominantly in males (64.3 %). In the multiple logistic regression, the variable blood transfusion was the single remaining risk factor for HCV (OR=4.28; 95% CI 1.44;12.73). CONCLUSIONS: The prevalence of HIV/HCV coinfection was low. Blood transfusion was a risk factor and HCV genotype 1b was the most frequently found.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Co-infecção por HIV/HCV em hospital universitário de Recife, Brasil/ HIV/HCV coinfection at an university hospital in Recife, Brazil/ Coinfección por HIV/HCV en hospital universitario de Recife, Brasil

Carvalho, Flávia Helena Pontes de; Coêlho, Maria Rosângela Cunha Duarte; Vilella, Tatiana de Aguiar Santos; Silva, Jéfferson Luis Almeida; Melo, Heloísa Ramos de Lacerda
2009-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Estimar a prevalência do vírus da hepatite C (HCV) e fatores de risco associados com a co-infecção em pessoas soropositivas para HIV. MÉTODOS: Estudo do tipo transversal, descritivo e analítico, com 343 portadores do HIV atendidos em um hospital universitário de Recife (PE), no período de março a dezembro de 2003. Os pacientes foram submetidos a um questionário padronizado sobre os fatores de risco. Nas amostras de soro foram pesquisados o anti-HCV pel (mais) o ELISA, o HCV-RNA por meio da RT-PCR e a identificação dos genótipos foi realizada no equipamento ABI377 (PE Biosystems®). As análises estatísticas utilizadas foram a univariada, a multivariada e a regressão logística múltipla. RESULTADOS: A prevalência encontrada para o HCV foi de 4,1% (14/343) pelo ELISA e de 3,2 % (11/343) quando utilizada a RT-PCR. Os genótipos mais freqüentes foram 1b (45%), 3 (33%) e 1a (22%). A faixa etária com maior proporção de co-infectados foi a de 30 a 39 anos, com predomínio do sexo masculino (64,3%). Após regressão logística múltipla, apenas a variável transfusão sangüínea permaneceu como fator de risco para o HCV (OR=4,28; IC 95%: 1,44;12,73). CONCLUSÕES: A prevalência da co-infecção HIV/HCV foi baixa, a transfusão sangüínea foi um fator de risco e o genótipo 1b do HCV foi o mais freqüente. Resumo em espanhol OBJETIVO: Estimar la prevalencia de virus de hepatitis C (HCV) y factores de riesgo asociados con la coinfección en personas seropositivas para HIV. MÉTODOS: Estudio de tipo transversal, descriptivo y analítico, con 343 portadores de HIV atendidos en un hospital universitario de Recife (Noreste de Brasil), en el período de marzo a diciembre de 2003. Los pacientes fueron sometidos a un cuestionario estandarizado sobre los factores de riesgo. En las muestras de suero fu (mais) eron pesquisados el anti-HCV por ELISA, el HCV-RNA por medio de la RT-PCR y la identificación de los genotipos fue realizada en el equipo ABI377 (PE Biosystems®). Los análisis estadísticos utilizados fueron la univariada, la multivariada y la regresión logística múltiple. RESULTADOS: La prevalencia encontrada para el HCV fue de 4,1% (14/343) por ELISA y de 3,2% (11/343) por RT-PCR. Los genotipos mas frecuentes fueron 1b (45%), 3 (33%) y 1a (22%). El rango de edad con mayor proporción de coinfectados fue la de 30-39 años, con predominio del sexo masculino (64,3%). Posterior a la regresión logística múltiple, sólo la variable transfusión sanguínea permaneció como factor de riesgo para el HCV (OR=4,28; IC 95%: 1,44; 12,73). CONCLUSIONES: La prevalencia de la coinfección HIV/HCV fue baja, la transfusión sanguínea fue un factor de riesgo y el genotipo 1b de HCV fue el más frecuente. Resumo em inglês OBJECTIVE: To estimate the prevalence of hepatitis C virus (HCV) infection and risks factors associated with coinfection in HIV-positive individuals. METHODS: A cross-sectional descriptive study was conducted with 343 HIV patients attended at a university hospital in Recife, Northeastern Brazil, from March to December 2003. A standardized questionnaire about risk factors was administered. Serum samples were analyzed for anti-HCV antibodies using enzyme-linked immunosorben (mais) t assay (ELISA), HCV-RNA using reverse transcription-polymerase chain reaction (RT-PCR), and genotyping using the ABI 377 (PE Biosystems®). Univariate and multivariate analyses and multiple logistic regression were performed. RESULTS: HCV prevalence was 4.1% (14/343) using ELISA and 3.2% (11/343) using RT-PCR. The most common genotypes were 1b (45%), 3 (33%) and 1a (22%). Co-infection was higher among those aged 30 to 39 years, and predominantly in males (64.3 %). In the multiple logistic regression, the variable blood transfusion was the single remaining risk factor for HCV (OR=4.28; 95% CI 1.44;12.73). CONCLUSIONS: The prevalence of HIV/HCV coinfection was low. Blood transfusion was a risk factor and HCV genotype 1b was the most frequently found.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Avaliação de repertórios brasileiros em agricultura, ciência da informação e direito: uma análise de conteúdo/ Evaluation of the brazilian repertories in agriculture, information science and law: the quality of content analysis

Moreiro González, José Antônio; Melo, Denise Gomes Pereira de; Garcia, Joana Coeli Ribeiro; Duarte, Emeide Nóbrega; Albuquerque, Maria Elizabeth B. C.; Melo, Maria de Lourdes de Arruda; Neves, Dulce Amélia de Brito
1998-09-01

Resumo em português Avaliação da análise de conteúdo que apresentam repertórios brasileiros em Agricultura (Agrobase e Base de Dados da Pesquisa Agropecuária), Ciência da Informação (Lici), e Direito (Bibliografia Brasileira de Direito). Após identificar os antecedentes, natureza, usuários potenciais e tipo de produto oferecido por cada um dos repertórios, mediu-se a percentagem da exaustividade de sua cobertura. As tarefas relativas à avaliação da indexação e do resumo se f (mais) izeram a partir da seleção de 20 registros de cada um deles, que foram comparados mediante inspeção direta com os correspondentes originais. Utilizou-se também um questionário para determinar a linguagem documental e os critérios utilizados para fazer a análise. Atendeu-se especialmente ao exame da indexação e do resumo feitos no original, assim como sua profundidade e pertinência, medindo-se inclusive o índice de consistência quando possível. Os resumos foram estudados de acordo com o translado da superestrutura do original e a sua qualidade técnica, medindo-se os seus fatores de legibilidade. Os resultados foram apresentados por meio de dados comparativos. Resumo em inglês Evaluation of content analysis which the Brazilian repertories in Agriculture (Agrobase and the Data Base of Agricultural and Animal Husbandry Research), Information Science (LICI), and Law (Brazilian Bibliography of Law) present. After identifying the antecedents, nature, potential users and type of product offered by each of these repertories, a percentage measure of the exhaustive breadth of their coverage was carried out. The tasks related to the evaluation of the in (mais) dexing and abstracts were made based on a selection of twenty cases for each, which were compared by means of direct inspection with the corresponding originals. A questionnaire was also used to determine the documentary language and the criteria employed to carry out the analysis. Special attention was given to an examination of the indexing and abstract presented in the original, as well as their depth and relevance, measuring where possible the index of consistency. The abstracts were studied in accordance with the transcription of the superstructure of the original and its technical quality, measuring the factors of legibility. The results were presented by means of comparative tables.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)