Sample records for tradescantia
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 3 shown.



1

A Tradescantia como bioindicador vegetal na monitoração dos efeitos clastogênicos das radiações ionizantes/ Use of Tradescantia to monitor the clastogenic effects of ionizing radiation

Carvalho, Heloisa de Andrade
2005-12-01

Resumo em português A influência de agentes químicos e físicos (em especial a radiação) sobre a freqüência de mutações tem sido amplamente estudada por meio da análise de alterações observadas na Tradescantia, uma planta utilizada como bioindicador dessas alterações. A avaliação das alterações genéticas da Tradescantia pode ser feita tanto pela detecção de mutações somáticas quanto de aberrações cromossômicas induzidas por mutágenos presentes no ar, solo e água. (mais) Os resultados apresentados por diversos estudos estimulam o uso da Tradescantia na avaliação dos efeitos das radiações ionizantes. Estudos futuros de mutagenicidade e aberrações cromossômicas também podem ser feitos, por meio da comparação com os efeitos produzidos por outros tipos de radiações, avaliação do efeito da associação da radiação com drogas ou outros agentes químicos, além da biomonitoração de ambientes de alto risco. Resumo em inglês The influence of chemical and physical agents (specially radiation) on the frequency of mutations has been widely studied by means of the analysis of changes observed in Tradescantia, a plant used as a bioindicator. The evaluation of these genetic changes may be performed both by detection of somatic mutations or chromosome abnormalities induced by mutagens that are present in the air, soil, or water. The results obtained from several studies support the use of Tradescant (mais) ia for monitoring the effects of ionizing radiation. Studies of mutagenicity and chromosomal abnormalities may be carried out in future to compare the effects of other types of radiation, evaluation of the effects of the combined use of radiation and drugs or other chemical agents, and to monitor high risk environments.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Estudo anatômico foliar do clone híbrido 4430 de Tradescantia: alterações decorrentes da poluição aérea urbana/ Anatomic studies on Tradescantia hibrid clone 4430 leaves: changes caused by urban air pollution

ALVES, EDENISE SEGALA; GIUSTI, PAULA MATTOS; DOMINGOS, MARISA; SALDIVA, PAULO H.N.; GUIMARÃES, ELIANE T.; LOBO, DÉBORA J.A.
2001-12-01

Resumo em português Estudos epidemiológicos mostram uma relação entre a poluição aérea em centros urbanos e a taxa de doenças respiratórias na sua população. Em São Paulo, a concentração dos principais poluentes aéreos é monitorada pela CETESB porém, tais dados não dão idéia do risco ao qual a população está sujeita; plantas bioindicadoras podem dar idéia deste risco. O clone híbrido 4430 de Tradescantia vem sendo utilizado em bioensaios (Trad-MCN, Trad-SH) que avalia (mais) m o efeito genotóxico de várias substâncias. Não há registros das potencialidades de bioindicação relativas à estrutura das folhas do clone. Este estudo objetivou estabelecer o padrão estrutural da folha do clone e verificar se existem características anatômicas afetadas pela poluição, que podem ser utilizadas como bioindicadoras. Para tanto, plantas do clone 4430 procedentes da EMBRAPA-Jaguariúna-SP (fora da influência da poluição da cidade de São Paulo -- material controle) foram cultivadas em condições padronizadas e expostas em três pontos distintos da cidade: Instituto de Botânica, Cerqueira César e Congonhas onde permaneceram por três meses. A análise da estrutura da folha mostrou que a mesma apresenta: epiderme uniestratificada com tricomas tectores e glândulares nas duas superfícies, estômatos diacíticos, mesofilo com parênquima lacunoso, frouxamente disposto, colênquima do tipo angular distribuído junto às nervuras, feixes vasculares colaterais e parênquima aquífero na região da nervura central. Qualitativamente não foram observadas variações entre as folhas provenientes dos quatro locais estudados porém, quantitativamente, foram encontradas reduções estatisticamente significativas no tamanho dos estômatos, no diâmetro do metaxilema e na espessura da folha, que podem ser atribuídas ao efeito da poluição. Tais parâmetros anatômicos podem ser utilizados como indicadores do efeito da poluição nessa planta e a mesma pode ser utilizada como bioindicadora do ponto de vista estrutural. Resumo em inglês The relationship between the urban air pollution and respiratory diseases of human populations have been confirmed through several epidemiological studies. Continuous monitoring of air pollutant concentrations is perfomed by CETESB (The State Agency of Air Quality Control) in the city of São Paulo. However, biomonitoring programs using plants are other complementary and important ways to measure and prevent the effects of air pollutants on the biological systems and to a (mais) certain extent human health. The clone 4430 of Tradescantia has been used in biossays (Trad-MCN, Trad-SH) to monitor the genotoxic potential of several substances. However, the possibility of using the changes in some features of plants from these clones, which are indicators of air pollution effects, has never been explored. Thus, after establishing the structural pattern of these plants, the present study intended to select, among their anatomical characteristics, the most adequate as bioindicators of air quality. Plants of clone 4430 from EMBRAPA-Jaguaríuna (out of the influence of air pollution of São Paulo city - control) were cultivated in parts under standardised conditions and exposed for three months to the environment of three polluted sites of São Paulo: Instituto de Botânica, Cerqueira César and Congonhas. The structural analysis of the leaves revealed the presence of an unstratified epidermis with glandular and non-glandular trichomes in both surfaces, diacytic stomata, mesophyll with only spongy parenchyma, angular collenchyma near to colateral vascular bundles, and water storing cells near the central bundle. No qualitative changes were observed among the leaves from the four studied sites, but significant reductions in the stomata size, metaxylem diameter, and leaf thickness were detected in plants from the polluted sites. The results showed that some structural aspects of the clone 4430 can be used as bioindicators of the effects of the air pollution.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Avaliação de mutagenicidade e antimutagenicidade de diferentes frações de Pterogyne nitens (Leguminosae), utilizando ensaio de micronúcleo em Tradescantia pallida/ Evaluation of mutagenicity and antimutagenicity of different fractions of Pterogyne nitens (Leguminosae), using Tradescantia pallida micronuclei assay

Ferreira, Fernanda G.; Regasini, Luis O.; Oliveira, Aline M. de; Campos, Juliana A. D. B.; Silva, Dulce H. S.; Cavalheiro, Alberto J.; Santos, Raquel A. dos; Bassi, Carmen L.; Bolzani, Vanderlan da S.; Soares, Christiane P.
2009-03-01

Resumo em português Pterogyne nitens (Fabaceae-Caesalpinioideae) é uma árvore nativa da América do Sul, onde é empregada na medicina popular para o tratamento da ascaridíase. Recentemente, descrevemos o efeito mutagênico do extrato etanólico das folhas de P. nitens. Dessa forma, o presente estudo teve por objetivo aprofundar a avaliação do potencial mutagênico das frações isoladas das folhas de Pterogyne nitens, acetato de etila (AcOEt), n-butanólica (BuOH) e hidroalcóolica (HA (mais) ). Quando o efeito mutagênico foi observado somente nas maiores concentrações testadas, o potencial antimutagênico também foi avaliado. Os ensaios mutagênicos e antimutagênicos foram realizados utilizando ensaio de micronúcleo em Trandescantia pallida. Na avaliação de mutagenicidade, observou-se o efeito nas frações AcOEt (0,460 mg/mL), BuOH (0,142, 0,285, 0,570 e 1,14 mg/mL) e HA (0,050, 0,100, 0,200 e 0,400 mg/mL). Considerando que o efeito mutagênico da fração AcOEt foi observado somente na concentração mais elevada (0,460 mg/mL), o potencial antimutagênico da mesma foi avaliado. As concentrações de 0,115 e 0,230 mg/mL da fração AcOEt demonstraram atividade antimutagênica. A partir dos resultados do presente estudo, conclui-se que determinadas frações de P. nitens apresentam mutagenicidade (BuOH e HA), enquanto a fração AcOEt apresentou efeito antimutagênico nas maiores concentrações. Esses resultados tornam o estudo da P. nitens bastante promissor, considerando que esta planta possui distribuição geográfica ampla e tem sido pouco estudada. Resumo em inglês Pterogyne nitens (Fabaceae-Caesalpinioideae) is a tree native to South American, where it is used in folk treatment of ascaridiasis. Recently, we have been describing the mutagenic effect of the ethanol extract of leaves of P. nitens. Thus, the present study aimed at evaluating the mutagenic potential of the ethyl acetate (EtOAc), n- butanol (BuOH) and hydroalcoholic (HA) fractions. When the mutagenic effect was observed only in the highest tested concentrations, the anti (mais) mutagenic activity was also evaluated. Both mutagenic and antimutagenic assays were performed using T. pallida micronuclei assay. Mutagenicity was observed between different concentrations of the P nitens fractions, EtOAc (0.460 mg/mL), BuOH (0.142, 0.285, 0.570 and 1.14 mg/mL) and HA (0.050, 0.100, 0.200 and 0.400 mg/mL). Whereas the mutagenic effect of the EtOAc fraction was observed in the highest concentration (0.460 mg/mL), its antimutagenic potential was evaluated. The 0.115 and 0.230 mg/mL concentrations of the EtOAc fraction demonstrated antimutagenic activity. Based on the results of the present study we can conclude that some P. nitens fractions (BuOH and HA) demonstrated mutagenic effects whereas the EtOAc fraction shown low mutagenicity and amtimutagenicity in the two higher concentrations. Those results stimulate the studies with P. nitens, which possess spread geographic distribution and it is still low studied.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)