Sample records for titanium 40
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 8 shown.



1

Resistência à torção de dois instrumentos endodônticos rotatórios de níquel-titânio/ Torsional resistance of two nickel-titanium rotatory endodontic instruments

COSTA, Cristiane da; SANTOS, Marcelo dos
2000-06-01

Resumo em português Os autores compararam a resistência à torção entre os instrumentos rotatórios de níquel-titânio Quantec Series 2000 e Pow-R, valendo-se de quarenta instrumentos para cada marca divididos em oito para cada um dos seguintes tamanhos nº 15, nº 20, nº 25, nº 35 e nº 40 com 21 mm e conicidade .02. Com a ajuda de um troptômetro modificado cada instrumento foi fixado em um madril e preso à 3 mm de sua ponta, previamente marcada com uma caneta de tinta permanente, n (mais) a base do aparelho por uma morsa. Em seguida ativou-se a manivela que continha a escala em graus até notar-se sinal característico da fratura do instrumento registrando-se o valor da quantidade de movimento até este momento. Após tabulação dos dados procedeu-se a análise estatística de acordo com o teste t de Student com nível de significância de 1%. Os resultados mostraram haver diferença estatisticamente significante ao comparar-se limas de mesmo número confrontadas as duas marcas, favorável para o instrumento Pow-R. Resumo em inglês The authors compared the torsional resistance between the Quantec Series 2000 and Pow-R nickel-titanium rotatory instruments, using forty instruments of each brand, divided in eight of each one of the following numbers: nº 15, nº 20, nº 25, nº 35 and nº 40 with 21 mm and taper .02. Each instrument was fixed in the mandrel of a modified tropometer and held 3 mm away from its tip, on a spot that had been previously stamped with a permanent ink pen, by apprehension claw (mais) s localized on the base of the equipment. Then the graduated handle was activated until a characteristic break sign of the instrument was noticed, the quantity of movement up to this moment being recorded. After the values were tabulated, the statistical analysis was carried out according to the Student t test. The results revealed a statistically significant difference when instruments of the same number, from both evaluated brands, were compared, favouring the Pow-R instruments.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Tratamento cirúrgico do ameloblastoma com reconstrução de mandíbula com enxerto de crista ilíaca não vascularizado: estudo de sete casos/ Surgical treatment of the ameloblastoma of the mandible and reconstruction with non vascularized iliac crest graft: study of seven cases

Lunardi, Daniela Venturoli; Fava, Antonio Sérgio; Martins, Rui Henriques; Homem, Maria da Graça Naclério; Rapoport, Abrão; Carvalho, Marcos Brasilino de
2001-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar a validade do enxerto autólogo de crista ilíaca não vascularizado no tratamento cirúrgico do ameloblastoma de mandíbula. MÉTODO: Nos Serviços de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Semiologia Bucal do Complexo Hospitalar Heliópolis, de 1980 a 2000, foram tratados 31 pacientes com ameloblastoma de mandíbula, dos quais sete receberam enxerto de crista ilíaca autólogo, fixos com placa de titânio do sistema A-0 (quatro casos) e aço inox (três c (mais) asos), sendo portadores da variedade folicular (seis casos) e plexiforme (um caso). RESULTADOS: Nesta análise, foi utilizado o Teste de Hipótese para a média populacional com a variança desconhecida, houve exposição da placa em três casos (40%) quando a neoplasia ultrapassava a linha média e em quatro casos (60%) não incidiu nenhuma complicação. CONCLUSÕES: Apesar da incidência de exposição de placa, o método é indicado na reconstrução da mandíbula de pacientes com ameloblastoma. Resumo em inglês BACKGROUND: To determine of the real validity of non vascularized iliac crest graft in the surgical treatment of ameloblastoma of the mandible. METHODS: From 1980 to 2000, at the Head and Neck and Oral Semiology Services of Heliópolis Hospital, 29 patients were submitted to differents approaches, from which 7 received a non-vascularized autologus iliac crest graft fixed with A-0 titanium (4 cases) or inox (3 cases) systems plates for folicular (6 cases) and plexiform (1 (mais) case) ameloblastomas. RESULTS: We used a test of hypothesis for the population mean with unknown in variance. There was plate exposition in 3 cases (40%), when the tumor overpass midline, and complete sucess in 4 cases (60%) with no complications of this reconstructive approach for mandible ameloblastoma. CONCLUSIONS: In spite of the incidence of plate expesure, this technique is indicated for mandible reconstruction in patients with amelablastoma.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Movimentação de molares inferiores ancorados em mini-parafusos/ Mandibular molar uprighting, using mini-screw as anchorage

Di Matteo, Rosana Canteras; Villa, Nelson; Sendyk, Wilson Roberto
2005-08-01

Resumo em português Freqüentemente a movimentação ortodôntica exige recursos adicionais de ancoragem. Os mini-parafusos têm-se apresentado como uma possível solução. O propósito deste trabalho foi estabelecer um método para a verticalização de molares inferiores inclinados para mesial, utilizando ancoragem em mini-parafusos colocados na região de linha oblíqüa externa da mandíbula. Foram selecionados três pacientes entre 40 a 48 anos (dois do gênero feminino, um do gênero (mais) masculino), com molares inferiores inclinados para mesial e distalmente posicionados às áreas edêntulas. Os pacientes foram tratados ortodonticamente durante um período de 6 a 12 meses, com técnica ortodôntica MD3. Mini-parafusos de titânio foram colocados bilateralmente com anestesia local. Uma incisão sobre a linha oblíqüa externa da mandíbula, medindo aproximadamente 1 cm foi realizada em cada lado, distalmente aos molares inclinados. Após descolamento muco-periosteal, mini-parafusos foram implantados e foram realizadas suturas deixando suas cabeças exteriorizadas. Uma semana após a remoção das suturas, cargas ortodônticas (entre 150 a 200 gramas/força) foram aplicadas através de forças elásticas. Verificamos que alguma inflamação foi observada ao redor dos mini-parafusos, mas foi controlada com procedimentos de higienização. O procedimento cirúrgico é simples, podendo ser realizado pelo ortodontista; as formas dimensionais dos mini-parafusos são adequadas e estes são de fácil remoção após uso. Concluímos que o uso de mini-parafusos representa uma alternativa efetiva de ancoragem ortodôntica na verticalização de molares inferiores. Resumo em inglês Tooth movement frequently requires additional anchorage resources. Mini-screws have been used as a possible solution to this matter. The purpose of this study was to establish a method of mandibular molar uprighting, using mini-screw as anchorage, positioned on the mandibular external oblique line, behind and posterior to the tooth. Three pacients with ages between 40 and 48 years old (two females and one male) were selected. The three of them presented mesially tipped mo (mais) lars, positioned posterior to the edentulous areas, on both sides of the mandible. These patients received orthodontic treatment during a period of 6 and 12 months with the MD3 technique. Titanium mini-screws were positioned bilaterally, under local anesthesia. One incision with 1 cm was done in each side of the mandibular external oblique line, distally to the tipped molars. After that, the mini-screws were positioned and sutures were done, leaving the mini-screws heads exposed. After one week, orthodontic loads (between 150 and 200 grams/force) were applied to the mini-screws through elastics. A certain degree of inflammation around the mini-screws was noticed, but it was controlled by hygienic procedure. This surgery procedure was simple and could be done easily by the orthodontist. The dimensions and shapes of the mini-screws proved to be appropriate and their removal after the orthodontic movement were done without difficulty. The result was time reduction on the molars uprighting, without side effects on the others teeth. The use of mini-screws seems to be a good alternative for an effective orthodontic anchorage on the uprighting mandibular molars.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Análise da microestrutura e da resistência ao desgaste de revestimento duro utilizado pela indústria sucroalcooleira/ Analysis of microstructure and wear strength of hardfacing used by the sugar and alcohol industry

Lima, Aldemi Coelho; Ferraresi, Valtair Antonio
2009-06-01

Resumo em português O setor sucroalcooleiro tem apresentado um expressivo crescimento nos últimos anos no Brasil, entretanto, a manutenção das indústrias apresenta um elevado custo devido à perda de metal dos equipamentos por mecanismos de desgaste. O objetivo deste trabalho é avaliar a resistência ao desgaste abrasivo e a microestrutura de revestimentos duros depositados em camada única. Foram utilizados quatro tipos de consumíveis utilizados na indústria sucroalcooleira: um eletr (mais) odo revestido da liga FeCrC de 4,0 mm de diâmetro e três arames tubulares autoprotegidos de 1,6 mm de diâmetro, de ligas FeCrC, FeCrCNb, FeCrCTiMo. O metal de base utilizado foi um aço SAE 1020. As soldagens com os arames tubulares foram efetuadas no modo de transferência por curto-circuito, com mesmos valores de corrente e tensão de soldagem. Para o ensaio de desgaste utilizou-se o abrasômetro Roda de Borracha, segundo a norma ASTM G65-91. Os corpos de prova de desgaste foram retirados da região central das chapas de testes e da mesma região retirou-se dois conjuntos de amostras para análise microestrutural (microscopia ótica). Os resultados dos ensaios com a roda de borracha mostrou que a liga FeCrCNb apresenta maior resistência ao desgaste, seguida do eletrodo revestido e com pior desempenho a liga FeCrCMoTi e a liga FeCrC. A liga FeCrC (tanto para o eletrodo revestido como para o arame tubular) apresentou microestrutura formada por carbonetos primários M7C3 distribuídos em uma matriz de menor dureza; a liga contendo Nb apresentou microestrutura similar além da presença de carbonetos NbC; por sua vez, a liga com adição de Ti e Mo apresentou a presença de grandes carbonetos primários de titânio. Resumo em inglês The Brazilian sugar/alcohol sector presented expressive growth in recent years. However, maintenance cost is high due to metallic losses by wear. This paper studies the application of hardfacing by flux cored arc welding on the wear resistance and microstructure of single layer weld beads. Four types of consumable were used: three selfshielded flux cored wires of 1.6 mm diameter of alloys FeCrC, FeCrCNb, FeCrCMoTi and a covered electrode of FeCrC alloy of 4 mm diameter. T (mais) he base metal was SAE 1020 steel. Test specimens were evaluated using Rubber Wheel Abrasion Test (ASTM G65). The selfshielded flux cored wires were welded in short-circuit transfer mode with the same current and voltage values. Wear evaluation was by mass loss and microstructure analysis by optic microscopy. The results of the trials with Rubber Wheel Test showed that the FeCrCNb alloy presented the largest wear resistance, followed by the covered electrode. The FeCrC+Ti alloy and the FeCrC alloy presented the worst performance. The FeCrC alloy (for both covered electrode and tubular wire) presented microstructure formatted by primary M7C3 carbides distributed in a smaller hardness matrix; the alloy containing Nb presented a similar microstructure apart from its carbides that were mainly NbC. The alloy with Ti and Mo addition presented large titanium primary carbides.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Ligadura videotoracoscópica da persistência do canal arterial/ Thoracoscopic closure of patent ductus arteriosus (PDA)

SOUTO, Gladyston Luiz de Lima; TINOCO, Renan Catharina; TINOCO, Augusto Claúdio de A.; CAETANO, Celme da Silva; SOUZA, José Bruno; PAULA, Ary Getúlio de; TEIXEIRA, Marco Antonio; CARVALHO, Márcio Roberto; BOTELHO, Antonio Carlos; COELHO, Sandro B. P.; SOUTO, Hanry B.
2000-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Demonstrar a técnica de fechamento da Persistência do Canal Arterial (PCA), destacando a simplicidade e singularidade do método. CASUÍSTICA E MÉTODO: No período de março de 1994 a novembro de 1999, 40 pacientes (pac), com idade entre 8 meses e 17 anos e predominando o sexo masculino, foram submetidos a operação de fechamento da PCA através de videotoracoscopia. O paciente é colocado em decúbito lateral direito, sob anestesia geral com intubação sel (mais) etiva do pulmão direito. São usados quatro trocateres: um de 3 mm no 3º espaço intercostal (EIC) esquerdo na linha axilar anterior e outro trocater de 5 mm no 3º (EICE) na linha axilar média. A ótica 30 graus infantil é introduzida em um trocater de 3 mm no 5º EICE na linha axilar posterior e outro trocater de 5 mm no 5º EICE na linha axila anterior. A identificação do canal é feita tendo como parâmetro anatômico os nervos frênico e vago. Após o isolamento, o canal é duplamente clipado ou ligado com fio de algodão grosso com nó interno. Terminado o procedimento, o pulmão é expandido sob visão direta, não havendo necessidade de drenar o tórax. RESULTADOS: Obtivemos sucesso inicial em 37 pac (92,5%), sendo necessária reversão para operação convencional em 3 pac (7,5%). Não houve óbito nem complicações e o tempo médio de hospitalização foi de 48 horas. CONCLUSÃO: Acreditamos ser o procedimento eficaz, seguro, com pequeno índice de complicações, custo baixo e uma curva de aprendizado também pequena. Resumo em inglês BACKGROUND: As the advance of minimally invasive surgical techniques becomes more apparent, new applications are being identified. The present report describes the videothoracoscopy technique for closure of patent ductus arteriosus (PDA). OBJECTIVE: To report our initial surgical experience with this procedure. METHODS: From March 1994 to November 1999, thoracoscopic closure of PDA was performed in 40 patients, males and females, whose age ranged from 8 months to 17 years (mais) , and whose mean weight was 15 kg. After induction of general anesthesia and intubation, the patient was positioned on right side, as for a posterolateral thoracostomy. Four thoracostomies of 3 to 5 mm long were made in the left hemithorax, each corresponding in size to the appropriate instruments for work, than the PDA was dissected up and double clipped with titanium clips or closed by a thick suture with intracorporeal knot. RESULT: Three patients required conversion to thoracotomy owing to bleeding (7.5%). There was no operative mortality and the mean hospital stay was 48 hours. CONCLUSION: This is a safe procedure, with low complication rate and low cost.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Fraturas do côndilo mandibular: análise clínica retrospectiva das indicações e do tratamento/ Evaluation of condylar fractures treatment

Andrade Filho, Eduardo Fausto de; Martins, Dulce Maria Fonseca Soares; Sabino Neto, Miguel; Toledo Júnior, Carlos de Souza; Pereira, Max Domingues; Ferreira, Lydia Massako
2003-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisamos 40 pacientes com fraturas no processo condilar da mandíbula, tratados pelo método fechado (bloqueio maxilomandibular ou conservador) ou aberto (redução direta no foco de fratura com ou sem osteossíntese), no período de janeiro de 1993 a janeiro de 1999 no Setor de Trauma Maxilofacial da Disciplina de Cirurgia Plástica da UNIFESP-EPM. MÉTODO: Avaliamos clinicamente estes pacientes através da palpação da articulação têmporomandibular, obse (mais) rvação da simetria mandibular, oclusão dentária, desvio à abertura de boca e abertura máxima interincisal; além de questionário sobre queixas na ATM, disfunção mastigatória e satisfação do tratamento realizado. RESULTADOS: Foi encontrado um índice de resultados satisfatórios de no mínimo 70% nos pacientes submetidos ao bloqueio. No método conservador esse índice foi de no mínimo 42,9%, e nos submetidos à redução com fio de aço de no mínimo 28,6%, sem diferença significante entre os diversos exames clínicos. O índice de dor na ATM entre os pacientes tratados pelo método fechado foi de 3,7% e pelo aberto de 15,4%. A disfunção mastigatória foi de 22,2% no método fechado e 15,4% no aberto; sendo que foram encontrados somente 7,1% de pacientes insatisfeitos com o tratamento fechado. Não houve diferença significante entre os resultados dos métodos. CONCLUSÃO: Os métodos fechado (BMM e conservador) e aberto, com redução e osteossíntese com fio de aço, trouxeram resultados clínicos satisfatórios em avaliação superior a seis meses. Concluiu-se também que não há diferença entre os resultados de queixas após o tratamento aberto ou fechado, na opinião dos pacientes. Resumo em inglês BACKGROUND: We analysed 40 patients with mandibular condylar process fractures, treated through the closed (intermaxilary fixation or conservatively) or open methods (wire internal fixation,titanium miniplates, bone reduction or articular exploration), from January 1993 to January 1999. METHODS: We evaluated these patients clinically with pre-determined criteria through the temporomandibular articulation touching (ATM), by observing the mandibular symmetry, dental oclusio (mais) n, deviation to the mouth opening and maximum interincisal opening, besides the questionnaire about the complaints at ATM, disfunction of the mastication system and satisfaction of the treatment.We found an index of good clinical results of, at least, 70% (in the maximum interincisal opening) in the patients submitted to IMF. In the conservative method, we found an index of, at least, 42.9% and in the patients submitted to wire open reduction, at least, 28.6% (in the ATM touching exam) without significant difference in the clinical exams; the pain index at ATM in the closed method was 3.7% and in the open one was 15.4%; mastication disfunction was 22.2% in the closed method and 15.4% in the open one; we only found 7.1% dissatisfied patients in the closed method. There was no significant difference in the method results. CONCLUSIONS: The closed method - with IMF and conservative - and the open reduction - with ORIF - brought good clinical results in an evaluation up to 6 months. We could also conclude that there is no difference in the complaint results after the open or closed treatment according to the patients' opinion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Avaliação do uso de haste bloqueada e bloqueio transcortical no reparo de fraturas diafisárias de fêmur em felinos/ Evaluation of the use of interlocking nail and transcortical blockade for the repair of diaphyseal fractures of the femur in cats

Romano, Leandro; Ferrigno, Cássio R. Auada; Ferraz, Vanessa C. Magalhães; Della Nina, Marcos Ishimoto; Ito, Kelly Cristiane
2008-04-01

Resumo em português As hastes bloqueadas além de permitirem estabilização rígida de fraturas, possuem vantagens biomecânicas quando comparadas a outras técnicas de imobilização, por atuar ao longo do eixo mecânico central do osso, além de preservar os conceitos de padrões biológicos de osteossíntese . O uso limitado de hastes bloqueadas em gatos se atribui ao fato da cavidade intramedular ser pequena, limitando o tamanho e diâmetro dos pinos. Relatam-se casos de 10 felinos que (mais) apresentavam fraturas fechadas simples ou múltiplas da diáfise femoral. Os animais pesavam entre 3,5 e 5 kg, o que permitiu a utilização de hastes de 4,0mm e 4,7mm de diâmetro. Para inserção da haste, adotou-se a via retrógrada ou a normógrada e foram realizados bloqueios com quatro parafusos de titânio de 2,0 mm de diâmetro. Complicações intra-operatórias não ocorreram, entretanto um animal sofreu fratura de colo femoral e fratura transversa distal ao implante, três dias após o ato cirúrgico, devido a novo trauma. Os animais foram submetidos a exames radiográficos até quatro meses após a intervenção, evidenciando-se formação de calo ósseo secundário e consolidação óssea em período de 61-89 dias. Clinicamente, ocorreu esporadicamente alteração na marcha por leve claudicação de apoio definida por escala de claudicação, entretanto os animais iniciaram o apoio adequado entre três e oito dias após o ato operatório. Complicações pósoperatórias ocorreram referentes ao animal que sofreu novo trauma, entretanto notou-se consolidação do foco primário tratado pelo implante com 61 dias e consolidação da nova fratura num período total de 150 dias do início do tratamento conservativo por penso esparadrapado e tala. Conclui-se que o uso de haste bloqueada em felinos foi adequado uma vez que houve consolidação óssea em todos os casos, com retorno precoce da função do membro, permitindo a deambulação. Resumo em inglês Interlocking nails allow rigid fracture stabilization and present biomechanical advantages when compared to other immobilization techniques. It acts along the central mechanical axis of the bone and preserves biological concept standards for osteosynthesis. The use of interlocking nail in cats is limited because the intramedullary space is relatively small for the available nail sizes. We reported 10 cases of cats that had simple or multiple closed fractures of the femora (mais) l diaphysis. The animals weighed 3.5 to 5 kg , which allowed using nails of 4.0mm and 4.7mm in diameter. For the nail insertion, retrograde and normograde routs were used, and four 2mm titanium screws were used to lock all the perforations. No trans-surgical complication occurred, however, due to a new trauma, one of the animals suffered femoral neck fracture and transversal distal fracture to the nail, three days after surgery. Radiographies were made up to four months after surgery, and in most cases secondary bone formation was seen, showing bone consolidation in 61-89 days, excluding the animal who suffered new trauma, who presented bone healing in 150 days. Clinically, occasional lameness occurred; however, except for the animal that had new trauma, all animals initiated adequate limb support in 3 to 8 days after surgery. In conclusion, the use of 4.0mm and 4.7mm interlocking nails in felines was adequate, with bone healing in all cases, and also return of good limb function after surgery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

A utilização de diferentes configurações de molas "T" para a obtenção de sistemas de forças otimizados/ Using different T-loops configurations to obtain optimized force systems

Thiesen, Guilherme; Rego, Marcus Vinicius Neiva Nunes do; Menezes, Luciane Macedo de; Shimizu, Roberto Hideo
2006-10-01

Resumo em português OBJETIVO: determinar as características mecânicas de molas "T" e "T" com helicóides, quando da incorporação de variações na liga metálica (aço inoxidável e beta-titânio), na intensidade de dobras de pré-ativação (0º e 40º/180º) e na secção transversal do fio utilizado para a construção destas molas (0,017" x 0,025" e 0,019" x 0,025"). METODOLOGIA: foram submetidas ao ensaio mecânico 80 molas para fechamento de espaços, sendo estas centralizadas em u (mais) m espaço de 21mm. As magnitudes de força horizontal, proporção momento/força e relação carga/deflexão produzidas pelos corpos de prova foram quantificadas utilizando-se um transdutor de momentos acoplado ao módulo indicador digital para extensiometria e adaptado a uma máquina universal de ensaios Instron. As molas foram submetidas a uma ativação total de 5mm, sendo registrados os valores a cada 1mm de ativação. No tratamento estatístico dos dados obtidos, foi realizada a análise de variância, sendo esta complementada pelo teste de comparações múltiplas de Tukey, considerando o nível de significância de 5%. RESULTADOS E CONCLUSÕES: os resultados demonstraram que, de maneira geral, as molas "T" com helicóides produziram menores magnitudes de força horizontal e relação carga/deflexão do que as molas "T". Na presença de pré-ativação, as molas produziram altas proporções momento/força, enquanto, na ausência de dobras de pré-ativação, as mesmas geraram baixas proporções momento/força. Dentre todas as variáveis analisadas, aquela que apresentou uma maior influência na força horizontal e na relação carga/deflexão produzidas pelas molas foi a liga metálica. Já a proporção momento/força mostrou ser influenciada em maior grau pela pré-ativação das molas de fechamento. Resumo em inglês ABSTRACT AIM: the present study determined the force systems produced by T-loop and T-loop with helices, with employment of different alloys (stainless steel and beta-titanium), different preactivation bends intensities (0º and 40º/180º) and different transverse sections (0.017" x 0.025" and 0.019" x 0.025"). METHODS: 80 loops for space closure were submitted to mechanical testing, which were centralized in a space of 21mm. The magnitudes of horizontal force, moment/fo (mais) rce ratio and load/deflection ratio were quantified using a moment transducer connected to a digital indicator for extensometry adapted to an Instron universal testing machine (model TTDML). The specimens were distended to a total activation of 5mm, being registered the values at every 1mm of activation. The data achieved were statistically analyzed by means of variance analysis and the Tukey test for multiple comparisons at a significance level of 5%. RESULTS AND CONCLUSION: in general, the results indicated that the T-loops with helices produced lower magnitudes of horizontal force and load/deflection ratio than the T-loops. When inserted with the preactivation bends, the loops yielded high magnitudes of moment/force ratios, while when these preactivation bends were not presented, the moment/force ratios were low. The metallic alloy was the variable that presented the largest influence on the horizontal force and load/deflection ratio. The moment/force ratio was more intensely influenced by the incorporation of preactivation bends in the closure loops.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)