Sample records for thromboplastin
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 18 shown.



1

Avaliação de fibrinogênio, tempo de tromboplastina parcial e tempo de protrombina em pacientes com infarto agudo do miocárdio/ Evaluation of fibrinogen, activated partial thromboplastin time and prothrombin time in patients with acute myocardial infarction

Dias, Marinês Lavall; Silva, José Edson Paz da; Wohlfahrt, Aline B.; Brucker, Natália
2007-04-01

Resumo em português Este trabalho procurou ressaltar a importância de parâmetros laboratoriais como marcadores de risco no infarto agudo do miocárdio (IAM). O IAM é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo, sendo que dois terços dos pacientes que buscam atendimento emergencial não têm causa cardíaca, não havendo necessidade de hospitalização. Concentrações de fibrinogênio medidas durante a fase aguda do IAM foram associadas a morte cardiovascular ou novo evento de I (mais) AM. A incidência de eventos foi maior em homens na faixa etária de 44 a 75 anos e nas mulheres entre 56 a 90 anos. Aproximadamente 73% dos pacientes apresentavam história familiar de doença arterial coronariana (DAC), 66% fumavam, 63% apresentavam hipertensão e a maioria era sedentária. Foi observado que nos dias frios ou com temperaturas extremas houve maior número de infartados. Para as concentrações de fibrinogênio (Fbr), tempo de protrombina (TP), troponina (TROP), creatinoquinase (CK), fração MB da creatinoquinase (CK-MB) e contagem de leucócitos, a média dos resultados obtidos apresentou diferença significativa entre os grupos. No entanto, para tempo parcial de tromboplastina ativada (TTPa), colesterol total, lipoproteína de alta densidade (HDL), lipoproteína de baixa densidade (LDL) e triglicérides, as médias observadas não apresentaram diferença significativa entre o grupo controle e infartados. Neste trabalho foi possível demonstrar uma tendência de aumento crescente da concentração de fibrinogênio nos pacientes, que se mostrou adequada como um dos marcadores laboratoriais para IAM. Resumo em inglês We focused on the importance of laboratorial parameters as risk factors for acute myocardial infarction (AMI). AMI is one of the major problems of public health in the world. However, approximately two thirds of patients that attend emergency rooms do not have any cardiac injury or life risk illness, therefore not requiring to be hospitalized. Fibrinogen concentrations measured during the acute phase of AMI were related to cardiovascular death or a new AMI event. This inc (mais) idence was higher in the age range of 44 to 75 years in men, and 56 to 90 in women. Approximately 73% of patients presented family history of coronary heart disease (CHD), 66% were smokers, 63% presented hypertension and most of them were sedentary. Increased incidence of AMI in extreme temperatures was also observed. For fibrinogen concentrations (Fbr), results demonstrated significant difference (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Avaliação do desempenho dos reagentes do tempo de tromboplastina parcial ativada utilizados para detectar o anticoagulante lúpico/ Assessment of the performance of reagents of activated partial thromboplastin time used to detect the lupus anticoagulant

Chiuso, Fernanda; Ferrari, Iracema Carvalho; Santos, Izolete Aparecida Thomazini
2005-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: O anticoagulante lúpico é uma imunoglobulina pertencente à família dos anticorpos antifosfolípides. A sua ação in vitro é interferir nos testes de coagulação dependentes de fosfolípides. O tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPA) é um teste utilizado como screening na pesquisa do anticoagulante lúpico. Os reagentes utilizados neste teste apresentam grandes variações quanto à sensibilidade. OBJETIVO: Avaliar o desempenho dos reagentes do (mais) TTPA e detectar a presença do anticoagulante lúpico através de diferentes testes da coagulação. MATERIAL E MÉTODO: A pesquisa do anticoagulante lúpico foi realizada em 50 amostras plasmáticas de pacientes do sexo feminino através dos testes do TTPA, do tempo de coagulação do caulim (TCC), do tempo de tromboplastina parcial ativada diluída (TTPAd) e do tempo do veneno da víbora de Russel diluído (TVVRd). Três cefalinas comerciais foram avaliadas pelos testes do TTPA e do TTPAd. Na comparação entre os reagentes estudados foi aplicado o cálculo do intervalo de confiança (95%). RESULTADOS: Os três reagentes avaliados apresentaram boa concordância e os métodos utilizados responderam bem à pesquisa do anticoagulante lúpico. DISCUSSÃO E CONCLUSÃO: As três cefalinas comerciais avaliadas podem ser utilizadas na rotina laboratorial para a pesquisa do anticoagulante lúpico. Resumo em inglês INTRODUCTION: The lupus anticoagulant is an immunoglobin which belongs to the antiphospholid antibodies family. Its in vitro function is to interfere with coagulation tests that are dependent on phospholipids. The activated partial thromboplastin time (APTT) is a test used as screening on lupus anticoagulant research. Reagents used in this test demonstrate wide sensitivity ranges. OBJECTIVE: To assess the performance of APTT reagents and detect the presence of lupus antic (mais) oagulant through various coagulation tests. MATERIAL AND METHOD: The lupus anticoagulant research was performed in plasma from 50 female patients through APTT tests, Kaolin clotting time; dilute activated partial thromboplastin time (dAPTT) and dilute Russell's viper venom time. Three commercial cephalins were assessed through APTT and dAPTT tests. The confidence interval (95%) was used in the comparison among studied reagents. RESULTS: The three assessed reagents presented good accordance and the used methods answered well to the lupus anticoagulant research. DISCUSSION AND CONCLUSION: The three assessed commercial cephalins can be used in laboratorial routine for the lupus anticoagulant research.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Valores de referência do tempo de protrombina (TP) e tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPa) em cães/ Reference ranges of prothrombin time (PT) and activated partial thromboplastin time (aPTT) in dogs

Lopes, Sonia Terezinha dos Anjos; Emanuelli, Mauren Picada; Schmidt, Claudete; Raiser, Alceu Gaspar; Mazzanti, Alexandre; Alves, Aline Souza
2005-04-01

Resumo em português Os fatores de coagulação são parte integrante da hemostasia normal, e tanto as coagulopatias hereditárias como adquiridas que envolvem este sistema são de grande importância veterinária, geralmente evidenciadas por manifestações clínicas, tais como, petéquias, equimoses, hematomas e sangramentos tardios. O presente trabalho teve por objetivo a determinação dos valores de referência do tempo de protrombina (TP) e tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPa) (mais) , por métodos manuais. Para tanto, utilizou-se "kits" para dosagens humanas, devido à inexistência de produtos similares de uso específico veterinário. Foram utilizados 40 cães clinicamente sadios, sem raça definida, machos ou fêmeas, de diferentes idades. As amostras sanguíneas foram de 2,5ml cada, colhidas por venopunção cefálica e acondicionadas em tubos de centrífuga contendo 0,25ml de citrato de sódio a 3,8%. O plasma foi imediatamente separado por centrifugação e as determinações de TP e TTPa foram realizadas utilizando-se "kits" comerciais "HemoStat Thromboplastin-SIª" e "HemoStat aPTT-El b", respectivamente. Os resultados obtidos foram de 6,87 ± 1,4 segundos para o TP com valores mínimo e máximo de 4,07 e 9,67, respectivamente, e de 15,10 ± 1,6 segundos para TTPa com valores mínimo e máximo de 11,9 e 18,3, respectivamente. Conclui-se, que os valores obtidos neste trabalho podem ser utilizados como referência. Os reagentes utilizados para plasma humano podem ser empregados para o plasma de cães. Resumo em inglês The coagulation factors are part of normal hemostasis, and both hereditary and acquired coagulopathies that involve this system have an important role in veterinary medicine, generally evidenced by clinical signs such as: petechias, ecchymosis, hematomas and late hemorrhagies. The objective of this experiment was to determine reference range values of prothrombin time (PT) and activated partial thromboplastin time (aPTT), for manual methods. Human commercial kits were use (mais) d because there are no available veterinary kits for this purpose. Forty healthy dogs, with no definite breed, male or female, with variable age were used. The blood samples were 2.5ml, harvested by cephalic venipuncture, and stored in tubes containing 0.25ml of sodium citrate 3.8%. Total blood was centrifuged and plasma separated. PT and aPTT were determinate using commercial kits, "HemoStat Thromboplastin-SIª" and "HemoStat aPTT-El b", respectively. The results ranged from 6.87 ± 1.4 seconds for PT, with a minimum and a maximum of 4.07 and 9.67, respectively, and 15.1 ± 1.6 seconds for aPTT, with a minimum and a maximum of 11.9 and 18.3, respectively. As a conclusion, these results can be used as reference values. These human commercial kits can be used for determination in dogs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Avaliação do pool de plasma caseiro como controle normal para o tempo de tromboplastina parcial ativada (TTP)/ Evaluation if in-house preparations of polled plasma can be used as a normal control of partial thromboplastin time (PTT)

Henneberg, Railson; Silva, Paulo Henrique da; Kopp, Rogério Luiz; Nascimento, Aguinaldo José do; Correa, Janaína Risczik Arruda; Dal Molin, Fernanda
2011-02-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A utilização correta de um plasma-controle para a comparação com o plasma do paciente nos testes de coagulação é fundamental para a garantia de um resultado seguro dessas provas laboratoriais. OBJETIVO: O presente estudo analisou a viabilidade do uso de um pool de plasma caseiro, realizado com cinco (P5) e 20 (P20) amostras a partir de pacientes normais, para ser utilizado como controle normal do tempo de tromboplastina parcial (TTP). MATERIAL E MÉTO (mais) DO: Os dois pools de plasma caseiro foram analisados em relação a um controle normal comercial (AP). Foram 10 dias de experimento e a cada dia os dois pools caseiro eram feitos. Para cada dia foi feito o TTP de P5, P20 e AP. Todos os pacientes com solicitação de TTP, em cada dia do experimento, tiveram a relação de tempos (R) determinada frente a P5, P20 e AP. As ferramentas estatísticas utilizadas foram média (X), análise de variância e teste de Tukey. RESULTADOS: A análise estatística demonstrou que os valores de TTP são significativamente diferentes entre AP e P5 e entre AP e P20, mas não há diferença significativa entre P5 e P20. Quando a relação de tempos foi analisada, não houve diferença significativa entre AP, P5 e P20. CONCLUSÃO: O estudo demonstrou que pode ser utilizado como controle normal um pool de plasma caseiro, feito a partir de cinco ou 20 amostras. Resumo em inglês INTRODUCTION: Proper utilization of plasma control for comparison with the plasma of patients with coagulation tests is critical to ensure a safe outcome of these laboratory tests. OBJECTIVE: The purpose of this work was to know if in-house preparations of polled plasma can be used as a normal control of partial thromboplastin time (PTT). MATERIAL AND METHOD: We make two polled plasma, one with five (P5) samples and another with 20 (P20) samples, both of them from normal (mais) patients. Both pooled plasma were analyzed in comparison with a commercial lyophilized control (AP). The experiment was performed in 10 days, and P5 and P20 were made daily. At each day PTT was performed for P5, P20 and AP. All patients who asked for TTP, in each day of this experience, got a time relation (R) determined by a P5, P20 e AP. Tukey test was used as statistical analysis. RESULTS: Statistically significant differences were detected among the PTT for AP and P5, AP and P20, but no difference between P5 and P20 was observed. When the time relations were tested, there were no significant difference, among AP, P5, and P20. CONCLUSION: We found that in-house preparations of polled plasma (P5 and P20) can be used as a normal control of PTT.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Alterações da hemostasia em crianças submetidas a cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea/ Hemostatic changes in children undergoing heart surgery with cardiopulmonary bypass

Silveira, Fernanda Maria Rebouças da Costa; Lourenço, Dayse Maria; Maluf, Miguel; Carvalho, Werther B.; Buffolo, Enio; Carvalho, Antonio Carlos
1998-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar as alterações de hemostasia encontradas em crianças submetidas a cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea (CEC). MÉTODOS: Estudamos 17 crianças no pré e pós-operatório (PO) imediato, no 1° PO e entre o 4º e 7º PO, analisando o hematócrito, tempo de protrombina (TP), tempo de tromboplastina parcial ativado, fibrinogênio, contagem de plaquetas, fator V e tempo de lise de euglobulina (TLE). Os pacientes foram divididos em grupos com e (mais) sem sangramento excessivo no PO. RESULTADOS: Houve alterações significantes no intra-operatório com aumento do TP e tempo de tromboplastina parcial ativado e redução do fibrinogênio, fator V e do TLE. Seis (35%) crianças sangraram excessivamente. A contagem de plaquetas foi significantemente menor no intra-operatório; neste grupo o tempo de CEC foi maior. CONCLUSÃO: Alterações de hemostasia no intra e PO ocorrem como conseqüência da ativação da cascata de coagulação e fibrinólise. A incidência de sangramento excessivo é alta nesta faixa etária. Os grupos com e sem sangramento excessivo diferenciaram-se pelo maior tempo de CEC e contagem reduzida de plaquetas. Resumo em inglês PURPOSE: We evaluated hemostasic changes in children undergoing open heart surgery with cardiopulmonary bypass (CPB). METHODS: We studied 17 children before, during surgery, in the immediate, first and between the 4th and 7th postoperative days, measuring hematocrit, prothrombin time, activated partial thromboplastin time, fibrinogen, platelet count, factor V and euglobulin lysis time. Children were divided in those with and without excessive bleeding in the postoperative (mais) period. RESULTS: We observed significant prolongation of prothrombin time and activated partial thromboplastin time, reduction of fibrinogen and factor V, and shortening of euglobulin lysis time. Six (35%) children bled excessively. Platelet count reduction was greater in the intra operative period in these cases and the duration of CPB was longer in this group. CONCLUSION: Changes in hemostasis during open heart surgery are due to coagulation cascade disorders as well as fibrinolysis. The incidence of excessive bleeding is higher in the pediatric group. Prolonged CPB time and greater reduction in platelet count differentiated both groups.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Avaliação comparativa da atividade biológica de heparinas não-fracionadas em produtos farmacêuticos/ Comparison of the biological activities of unfractionated heparins in pharmaceutical products

Vaccari, Silvana F.; Brum Júnior, Liberato; Masiero, Silvia M. K.; Fronza, Marcio; Dalmora, Sérgio L.
2003-06-01

Resumo em português Realizou-se a avaliação biológica de potência de heparinas convencionais contra o 5º Padrão Internacional de heparina suína pelos ensaios preconizados da inibição da coagulação do plasma ovino (ICPO), tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPA) e anti-fator Xa. Correlacionaram-se os resultados, demonstrando que o ICPO fornece potências em média 10,72%, significativamente superiores aos outros procedimentos. Analisou-se a influência de diferentes lotes de (mais) plasma sobre o resultado do ensaio do ICPO observando-se variação de até 7,32%. Como alternativa, padronizou-se o ensaio do anti-fator IIa e efetuou-se a determinação de potência das amostras obtendo-se valores reprodutíveis, comparáveis ao método do anti-fator Xa, que demonstram a viabilidade da inclusão como ensaio harmonizado para o controle da qualidade. Os resultados de potência, fornecidos lote a lote, em geral, cumprem as especificações farmacopéicas e demonstram a qualidade que garante a segurança e eficácia clínica dos medicamentos. Resumo em inglês The biological evaluation of unfractionated heparins was carried out against the 5th International Standard of porcine heparin using the pharmacopoeial-recommended assays: the sheep plasma coagulation inhibition assay (SPCIA), activated partial thromboplastin time (APTT) and anti-factor Xa activity. The SPCIA method gave mean potencies which were 10.72% significantly higher than the other procedures. The effect of differences in plasma batches revealed potency variations (mais) of up to 7.32%. The anti-factor IIa assay was standardized as an alternative method for the potency assessment of heparin samples. The values obtained were in good agreement with the anti-factor Xa assay results, demonstrating the feasibility of the method as a harmonized assay for the quality control of medicines. Analysis of the potency estimates showed that generally batch-to-batch variations complied with pharmacopoeial specifications, demonstrating the overall quality of the products and assuring their safety and clinical efficacy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Isolamento, fracionamento e atividade anticoagulante de iota-carragenanas da Solieria filiformis/ Isolation, fractionation and anticoagulant activity of iota-carrageenans from Solieria filiformis

Rodrigues, José Ariévilo Gurgel; Araújo, Ianna Wivianne Fernandes de; Paula, Gabriela Almeida de; Bessa, Érika Façanha; Lima, Ticiana de Brito; Benevides, Norma Maria Barros
2010-11-01

Resumo em português Este estudo teve como objetivo isolar, fracionar e avaliar o potencial anticoagulante de iota-carragenanas (i-CARs) da rodofícea Solieria filiformis, quando obtidas por dois métodos de extração (M I e M II). As i-CARs foram isoladas com papaína bruta em tampão acetato de sódio 0,1M (pH 5,0), contendo cisteína 5mM e EDTA 5mM (M I) ou água (80°C) (M II) e, em seguida, determinada sua composição química de carboidratos totais, sulfato livre (SL) e proteínas (mais) contaminantes. As i-CARs foram submetidas à cromatografia de troca iônica (DEAE-celulose) usando um gradiente de cloreto de sódio, sendo avaliado o tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPA) e tempo de protrombina das frações obtidas e comparadas à heparina (193UI mg-1). Uma fração anticoagulante também foi submetida ao procedimento de eletroforese em gel de agarose a 0,5%. A diferença no rendimento de i-CARs entre os métodos foi 10,14%. A composição química de SL (29,40%) e o fracionamento, por DEAE-celulose, indicaram o M I mais eficiente na obtenção de i-CARs, comparado ao M II. O TTPA também foi somente alterado para as i-CARs do M I. Contudo, a atividade anticoagulante in vitro de uma fração rica (8,52UI mg-1) foi inferior à da heparina. Resumo em inglês This study aimed to isolate, fractionate and evaluate the anticoagulant potential of iota-carrageenans (i-CARs) from Solieria filiformis when two extraction methods (M I and M II) were used. i-CARs were isolated with papain in 0.1M sodium acetate (pH 5.0) containing 5mM cystein and 5mM EDTA (M I) or water (80°C) (M II), and then their chemical composition of total carbohydrates, free sulfate (FS) and contaminant proteins were determined. i-CARs were submitted to anion (mais) -exchange chromatography (DEAE-cellulose) using a sodium chloride gradient,being evaluated the activated partial thromboplastin time (APTT) and prothrombin time of obtained fractions and compared to heparin (193IU mg-1). A rich fraction of anticoagulant was also submitted to 0.5% agarose gel electrophoresis procedure. The difference of yield between methods was 10.14%. The chemical composition of FS (29.40%) and the fractionation by DEAE-cellulose showed M I more effectiveness in the obtaining of i-CARs compared to M II. The APTT was also modified for i-CARs from M I. However, the in vitro anticoagulant activity of a rich fraction (8.52IU mg-1) was inferior to heparin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Alterações hematológicas, hemostáticas e bioquímicas induzidas pela clofazimina e claritromicina, em doses única e múltiplas, em ratos/ Hematological, hemostatic and biochemical alterations induced by clofazimine and clarithromycin, in single and multiple doses, in rats

Paina, Flávia Aparecida; Queiroz, Regina Helena Costa; Souza, Ana Maria de
2008-06-01

Resumo em português Claritromicina e clofazimina têm sido utilizadas no tratamento da hanseníase, tuberculose e infecções causadas pelo complexo Mycobacterium avium. Como os dados sobre a toxicidade de esquemas terapêuticos que incluem estes fármacos são escassos, este estudo teve como objetivo determinar os efeitos adversos destas terapias, por meio da avaliação dos parâmetros hematológicos, hemostáticos e bioquímicos. Os fármacos foram administrados em ratos machos Wistar, em (mais) monoterapia, em regime de doses única e múltipla. Claritromicina provocou aumento de leucócitos mono e polimorfonucleares. Ambos os fármacos inverteram a proporção entre células mono e polimorfonucleares e provocaram aumento do número de células polimorfonucleares e células em degeneração. Clofazimina e claritromicina prolongaram o tempo de protrombina e claritromicina também prolongou o tempo de tromboplastina parcial ativa. Claritromicina causou aumento de bilirrubinas total e direta e, ambos os fármacos, elevaram os níveis plasmáticos de gama-glutamiltransferase. Portanto, clofazimina e claritromicina induzem alterações hematológicas, hemostáticas e hepáticas. Resumo em inglês Clarithromycin and clofazimine have been used to treat leprosy, tuberculosis and infections caused by the Mycobacterium avium complex. Since there is a scarcity of data on the toxicity of therapeutic regimens that include these drugs, this study had the aim of determining the adverse effects of these therapies, through evaluation of hematological, hemostatic and biochemical parameters. The drugs were administered to male Wistar rats, as monotherapy, in regimens of single (mais) and multiple doses. Clarithromycin caused increases in the numbers of mononuclear and polymorphonuclear leukocytes. Both of the drugs inverted the proportions between mononuclear and polymorphonuclear cells and increased the numbers of polymorphonuclear cells and degenerating cells. Clofazimine and clarithromycin prolonged the prothrombin time and clarithromycin also prolonged the activated partial thromboplastin time. Clarithromycin caused increases in total and direct bilirubin. Both of the drugs increased the plasma levels of gamma-glutamyltransferase. Therefore, clofazimine and clarithromycin induce hematological, hemostatic and hepatic changes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Efeito da hemodiluição normovolêmica aguda na coagulação sanguínea: comparação entre os testes colhidos de um modelo in vivo e de um modelo in vitro/ Effects of acute normovolemic hemodilution on blood coagulation: comparison between tests of an in vivo and an in vitro model/ Efecto de la hemodilución normovolémica aguda en la coagulación sanguínea: comparación entre los tests recolectados en un modelo in vivo y en un modelo in vitro

Souza, Marco Aurélio Beloto de; Klamt, Jyrson Guilherme; Garcia, Luís Vicente
2010-08-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hemodiluição normovolêmica produz resultados conflitantes na hemostasia, pois os trabalhos diferem quanto a tipo de líquido utilizado, profundidade da hemodiluição, método utilizado para avaliar a hemostasia e forma de se produzir hemodiluição. O efeito da hemodiluição na hemostasia pode depender da forma como ela é feita, se no modelo in vivo ou no modelo in vitro. O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar a hemostasia em amb (mais) os os modelos, em dois diferentes graus de profundidade. MÉTODO: Treze pacientes foram submetidos à hemodiluição normovolêmica aguda e o hematócrito foi reduzido para 30% e 20%. A volemia foi mantida com lactato de Ringer. Foram colhidas amostras de sangue para avaliação da hemostasia nos momentos M1 antes da hemodiluição, M2 20 minutos após a obtenção do hematócrito de 30% e M3 20 minutos após a obtenção do hematócrito de 20%. Antes da hemodiluição, amostras de sangue foram colhidas para a realização da hemodiluição em um tubo de ensaio. Os graus de hemodiluição no tubo de ensaio (in vitro) foram os mesmos que os produzidos nos pacientes (in vivo). A hemostasia foi avaliada por meio dos tempos de protrombina, tromboplastina parcial ativado e de trombina e da quantificação do fibrinogênio. RESULTADOS: O comportamento dos testes que avaliaram a hemostasia foi idêntico nos dois modelos utilizados. Houve aumento do TP, do TTPA e do TT e diminuição da concentração de fibrinogênio. Quanto maior o grau de hemodiluição, maior o comprometimento da coagulação. CONCLUSÕES: O modelo in vitro pode substituir o modelo in vivo na avaliação da hemostasia durante hemodiluição normovolêmica aguda. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La Hemodilución normovolémica produce resultados conflictivos en la hemostasia, porque los trabajos se diferencian en cuanto al tipo de líquido utilizado, profundidad de la hemodilución, método utilizado para evaluar la hemostasia y forma de producir la hemodilución. El efecto de la hemodilución en la hemostasia puede depender de la forma como ella se realiza, si es en el modelo in vivo o en el modelo in vitro. El objetivo de este estudio (mais) fue evaluar y comparar la hemostasia en los dos modelos, en dos diferentes grados de profundidad. MÉTODO: Trece pacientes se sometieron a la hemodilución normovolémica aguda y el hematocrito fue reducido para 30% y 20%. La volemia se mantuvo con Ringer con lactato. Se recogieron muestras de sangre para evaluación de la hemostasia en los momentos M1 (antes de la Hemodilución, M2 20 minutos después de la obtención del hematocrito de 30%) y M3 (20 minutos después de la obtención del hematocrito de 20%). Antes de la Hemodilución, muestras de sangre se recogieron para la realización de la Hemodilución en un tubo de ensayo. Los grados de Hemodilución en el tubo de ensayo (in vitro) fueron los mismos que los producidos en los pacientes (in vivo). La hemostasia fue evaluada por medio de los tiempos de protrombina, tromboplastina parcial activado, trombina y de la cuantificación del fibrinógeno. RESULTADOS: El comportamiento de los tests que evaluaron la hemostasia fue idéntico en los dos modelos utilizados. Hubo un aumento del TP, del TTPA y del TT y una reducción de la concentración de fibrinógeno. Mientras mayor el grado de hemodilución, mayor el comprometimiento de la coagulación. CONCLUSIONES: El modelo in vitro puede reemplazar al modelo in vivo en la evaluación de la hemostasia durante la hemodilución normovolémica aguda. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Normovolemic hemodilution produces conflicting results on hemostasis, since works differ according to the fluids used, degree of hemodilution, method used to evaluate hemostasis, and the way used to produce hemodilution. The effects of hemodilution on hemostasis can depend on how it is done and whether an in vivo or an in vitro model is used. The objective of this study was to evaluate and compare hemostasis in two different degrees of hemodilut (mais) ion in both models. METHODS: Thirteen patients underwent acute normovolemic hemodilution with a reduction in hematocrit to 30% and 20%. Volemia was maintained with Ringer's lactate. Blood samples for evaluation of hemostasis were collected at moments M1 before hemodilution, M2 20 minutes after obtaining a hematocrit of 30%, and M3 20 minutes after obtaining a hematocrit of 20%. Before hemodilution, blood samples were collected to perform hemodilution in a test tube. The degree of hemodilution in the test tube (in vitro) was the same as that produced in the patients (in vivo). Hemostasis was evaluated by the prothrombin time, partial activated thromboplastin time, and thrombin time, and by quantifying fibrinogen. RESULTS: The behavior of the tests that evaluated hemostasis was identical in both models. An increase in PT, aPTT, and TT, as well as a reduction in the concentration of fibrinogen was observed. The higher degree of hemodilution was associated with greater compromise of coagulation. CONCLUSIONS: The in vitro model can substitute the in vivo mode in the evaluation of hemostasis during acute normovolemic hemodilution.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Doença meningocócica: comparação entre formas clínicas/ Meningococcal disease: comparison between clinical forms

Stella-Silva, Nádia; Oliveira, Solange Artimos; Marzochi, Keyla Belízia Feldman
2007-06-01

Resumo em português Visando avaliar formas clínicas da doença meningocócica, foram revistos 201 casos diagnosticados como doença meningocócica, em Hospital Universitário da Universidade Federal Fluminense; durante o período de 1971 a 1996, dos quais 185 preencheram os critérios de inclusão. A caracterização clínico-laboratorial permitiu reagrupá-los nas formas de doença meningocócica com meningite, 18%, meningite e septicemia, 62%, e septicemia, 20%. Dados epidemiológicos dis (mais) poníveis não diferenciaram formas clínicas. Na meningite meningocócica foi significativamente maior: tempo de história clínica; freqüência de manifestações neurológicas; e positividade da bacterioscopia, cultura e teste do látex no líquor. Na septicemia menigocócica, houve predomínio significativamente de: choque; letalidade e níveis maiores de tempo parcial de tromboplastina. Septicemia meningogócica e septicemia com meningite se diferenciaram da meningite meningocócica quanto a: tempo de história clínica; ocorrência de sinais neurológicos focais; coagulação intravascular disseminada e artrite. Dados clínico-laboratoriais levam a admitir meningite como forma localizada de doença meningocócica, e septicemia com meningite e septicemia como variações de gravidade da forma sistêmica da doença. Resumo em inglês In order to asses the clinical forms of meningococcal disease, we reviewed 201 cases diagnosed as meningococcal disease in the University Hospital of the Fluminense Federal University in Rio de Janeiro, 185 of which met the inclusion criteria. Clinical and laboratorial characterization allowed for grouping of the cases as follows: meningococcal meningitis, 18%; meningitis with septicemia, 62%; and septicemia, 20%. Available epidemiological data did not differentiate clini (mais) cal forms. The following were significantly greater in meningococcal meningitis: duration of clinical history; frequency of neurological manifestations; positive bacterioscopy; culture and latex test in cerebrospinal fluid. The following were significantly predominant in septicemia: shock; fatal outcome and higher partial thromboplastin time. Septicemia and meningitis with septicemia were differentiated from meningococcal meningitis in the following: duration of clinical history; occurrence of focal neurological signs; disseminated intravascular coagulation; and arthritis. Clinical and laboratory data lead us to admit meningococcal meningitis as a localized form of Meningococcal disease, and meningitis with septicemia and septicemia as variations in severity of the systemic form of the disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Bloqueio dos nervos femoral e isquiático guiados por ultrassom em paciente anticoagulado: case reports/ Ultrasound-guided femoral and sciatic nerve blocks in an anticoagulated patient: relato de casos/ Bloqueo de los nervios femoral e isquiático guiados por ultrasonido en paciente anticoagulado

Ferraro, Leonardo Henrique Cunha; Tardelli, Maria Angela; Yamashita, Américo Masafuni; Cardone, José Daniel Braz; Kishi, Juliana Midori
2010-08-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O uso de ultrassom para guiar a punção em bloqueios de nervos periféricos tem-se tornado cada vez mais frequente. Com a menor probabilidade de promover lesões vasculares, o ultrassom torna-se uma ferramenta interessante na realização de bloqueios periféricos, especialmente nos pacientes em uso de anticoagulantes ou com distúrbios da coagulação. O objetivo foi relatar dois casos em que se realizaram os bloqueios isquiático e femoral gu (mais) iados por ultrassom em pacientes anticoagulados. RELATO DOS CASOS: No primeiro caso, a cirurgia realizada consistiu na amputação de antepé esquerdo devido a necrose e sinais de infecção e, no segundo caso, em limpeza cirúrgica de joelho esquerdo. Os pacientes apr esentavam distúrbios de coagulação com atividade de protrombina e tempo de tromboplastina ativado acima dos valores da normalidade. Ambos os pacientes foram submetidos a bloqueio femoral e isquiático guiados por ultrassom, evoluindo sem alteração motora ou sensitiva nos territórios desses nervos e sem hematoma no local da punção. CONCLUSÕES: A anticoagulação impõe certas restrições à aplicação das técnicas anestésicas regionais clássicas. Com o avanço dos equipamentos e métodos de ultrassom, hoje é possível identificar com alta precisão estruturas vasculares e neurais. Isso possibilita que a punção guiada por ultrassom seja mais precisa, tanto para atingir a área de interesse como para minimizar os riscos de lesão vascular acidental. Até o presente, não se recomenda a realização de bloqueio periférico em pacientes anticoagulados ou portadores de coagulopatias. Entretanto, considerando que há poucos relatos sobre bloqueios regionais com ultrassom em situações de coagulopatias, a segurança de tal técnica nessas condições ainda não foi estabelecida. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El uso del ultrasonido para guiar la punción en bloqueos de nervios periféricos se ha convertido cada vez más en una práctica frecuente. Con la menor probabilidad de promover lesiones vasculares, el ultrasonido se convierte en un instrumento interesante en la realización de bloqueos periféricos, especialmente en los pacientes que usan anticoagulantes o con disturbios de la coagulación. El objetivo de este estudio fue relatar dos casos en (mais) que se realizaron los bloqueos isquiático y femoral guiados por ultrasonido en pacientes anticoagulados. RELATO DE LOS CASOS: En el primer caso, la cirugía realizada consistió en la amputación del pie anterior izquierdo en función de una necrosis y de señales de infección. El segundo caso, fue una limpieza quirúrgica de la rodilla izquierda. Los pacientes presentaron disturbios de coagulación con una actividad de protrombina y tiempo de tromboplastina activado por encima de los valores normales. Los dos pacientes se sometieron al bloqueo femoral e isquiático guiado por ultrasonido, evolucionando sin alteración motora o sensitiva en los territorios de esos nervios y sin hematoma en la región local de la punción. CONCLUSIONES: La anticoagulación impone ciertas restricciones a la aplicación de las técnicas anestésicas regionales clásicas. Con el avance de los equipos y métodos de ultrasonido, hoy por hoy se puede identificar con alta precisión las estructuras vasculares y neurales. Eso posibilita que la punción guiada por ultrasonido sea más exacta, tanto para alcanzar el área de interés como para minimizar los riesgos de lesión vascular accidental. Hasta el presente momento, no se recomienda la realización de bloqueo periférico en pacientes anticoagulados o portadores de coagulopatías. Sin embargo, considerando que existen pocos relatos sobre bloqueos regionales con ultrasonido en situaciones de coagulopatías, la seguridad de tal técnica en esas condiciones todavía no se ha establecido. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: The use of the ultrasound to guide the puncture in peripheral nerve blocks has become increasingly more frequent. With the lower probability of promoting vascular damage the ultrasound has become an interesting tool in peripheral nerve blocks especially in patients in use of anticoagulants or with coagulopathies. The objective of this article was to report two cases in which ultrasound-guided sciatic and femoral nerve blocks were performed in an (mais) ticoagulated patients. CASE REPORTS: In the first case, the patient underwent amputation of the left forefoot due to necrosis and signs of infection, and in the second case, surgical cleaning of the left knee. Patients had changes in coagulation with levels of activity of prothrombin and activated partial thromboplastin time above normal limits. Both patients underwent ultrasound-guided femoral and sciatic nerve blocks, evolving without motor or sensorial changes in the territories of those nerves and without hematoma at the site of puncture. CONCLUSIONS: Anticoagulation imposes some restrictions to classical regional anesthetic techniques. With the development of ultrasound equipment and methods, it is now possible to accurately identify vascular and neural structures. This allows ultrasound-guided puncture to be more precise, both to achieve the area of interest and to minimize the risks of accidental vascular damage. Until now, peripheral block was not recommended in anticoagulated patients or in those with coagulopathies. However, considering that few reports on ultrasound-guided regional blocks in coagulopathies can be found in the literature, the safety of this technique in this condition has yet to be established.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Efeitos do bloqueio pudendo, peridural e subaracnóideo sobre a coagulação sangüínea de gestantes/ Effects of pudendal nerve, epidural and subarachnoid block on coagulation of pregnant women/ Efectos del bloqueo pudendo, peridural y subaracnoideo sobre la coagulación sanguínea de embarazadas

Vasconcelos, Alberto; Mathias, Lígia Andrade da Silva Telles
2008-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Tem sido atribuída à anestesia regional diminuição significativa das complicações tromboembólicas no pós-operatório, provavelmente por sua ação atenuadora sobre a resposta neuroendócrino-metabólica. As gestantes, que apresentam aumento importante da coagulabilidade sangüínea, podem, teoricamente, beneficiar-se desse efeito por ocasião do parto. O objetivo deste estudo foi verificar o efeito da anestesia regional sobre a coagulaç (mais) ão sangüínea em gestantes. MÉTODO: Foram estudadas 30 pacientes no terceiro trimestre de gestação, sendo dez submetidas à anestesia peridural para cesariana, com 150 mg de bupivacaína a 0,5% sem epinefrina e 2 mg de morfina (grupo PD); dez à anestesia subaracnóidea para cesariana com 15 mg de bupivacaína hiperbárica a 0,5% e 0,2 mg de morfina (grupo SA); e dez a bloqueio de pudendo para parto vaginal, com doses de até 100 mg de bupivacaína a 0,5% sem epinefrina (grupo BP). A coagulação sangüínea foi avaliada por meio de coagulograma (tempo de protrombina, tempo de trombina, tempo de tromboplastina parcial ativada) e de tromboelastograma (tempo r, tempo k, tempo r + k, ângulo alfa e amplitude máxima) nos seguintes momentos: antes e após a anestesia, após o nascimento do feto e 24 horas após a anestesia nos grupos PD e SA. No grupo BP a avaliação foi realizada antes da anestesia, após o nascimento do feto e 24 horas após a anestesia. RESULTADOS: Os resultados mostraram que nenhuma das técnicas anestésicas utilizadas teve influência na coagulação sangüínea das gestantes. Demonstraram, também, que durante o trabalho de parto tem início um processo de ativação da coagulação que é responsável pelas alterações encontradas nos três grupos estudados. CONCLUSÕES: Nas condições do presente estudo o bloqueio simpático e o anestésico local não influíram sobre a coagulação em gestantes de termo submetidas à anestesia peridural, subaracnóidea ou bloqueio pudendo. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La ha sido atribuida a la anestesia regional la disminución significativa de las complicaciones trombo embolicas en el postoperatorio, probablemente por su acción atenuante sobre la respuesta neuroendocrina-metabólica. Las embarazadas, que presentan aumento importante de la coagulabilidad sanguínea, pueden teóricamente, beneficiarse con ese efecto en ocasión del parto. El objetivo de este estudio fue verificar el efecto de la anestesia reg (mais) ional sobre la coagulación sanguínea en embarazadas. MÉTODO: Se estudiaron 30 pacientes en el 3° trimestre de embarazo, siendo diez sometidas a la anestesia peridural para cesárea, con 150 mg de bupivacaína a 0,5% sin epinefrina y 2 mg de morfina (grupo PD); diez a la anestesia subaracnoidea para cesárea con 15 mg de bupivacaína hiperbárica a 0,5% y 0,2 mg de morfina (grupo SA); y diez a Bloqueo de pudendo para parto vaginal, con dosis de hasta 100 mg de bupivacaína a 0,5% sin epinefrina (grupo BP). La coagulación sanguínea se evaluó a través del coagulograma (tiempo de protrombina, tiempo de trombina, tiempo de tromboplastina parcial activada) y del tromboelastograma (tiempo r, tiempo k, tiempo r+k, ángulo alfa y amplitud máxima) en los siguientes momentos: antes y después de la anestesia, después del nacimiento del feto y 24 horas después de la anestesia en los grupos PD y SA. En el grupo BP la evaluación fue realizada antes de la anestesia, después del nacimiento del feto y 24 horas después de la anestesia. RESULTADOS: Los resultados mostraron que ninguna de las técnicas anestésicas utilizadas tuvo influencia en la coagulación sanguínea de las embarazadas. También quedó demostrado que durante el trabajo de parto se inicia un proceso de activación de la coagulación, que es responsable por las alteraciones encontradas en los tres grupos estudiados. CONCLUSIONES: En las condiciones del presente estudio el Bloqueo simpático y el anestésico local no influenciaron en la coagulación en embarazadas sometidas a la anestesia peridural, subaracnoidea o Bloqueo pudendo. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: The significant reduction in postoperative thromboembolic complications has been attributed to the use of regional block, probably due to attenuation of the neuroendocrine-metabolic response. Pregnant women, who demonstrate important hypercoagulability, can in theory benefit from this effect during labor. The objective of this study was to determine the effects of regional block on coagulation of pregnant women. METHODS: Thirty patients in the 3 (mais) rd trimester were enrolled; ten patients underwent epidural block for cesarean section with 150 mg of 0.5% bupivacaine without epinephrine and 2 mg of morphine (PD group); ten underwent subarachnoid block for cesarean section with 15 mg of 0.5% hyperbaric bupivacaine and 0,2 mg of morphine (SA group); and ten, pudendal block for vaginal delivery with up to 100 mg of 0.5% bupivacaine without epinephrine (BP group). Coagulation tests (prothrombin time, thrombin time, activated partial thromboplastin time) and thromboelastography (r-time, k-time, r+k-time, alpha-angle, maximum amplitude) were performed in the following moments: before and after the blockade, after delivery, and 24 hours after the blockade in PD and SA groups. In the BP group, the evaluation was done before the blockade, after delivery, and 24 hours after the blockade. RESULTS: The results indicate that the anesthetic technique did not influence coagulation of pregnant women. They also demonstrate that coagulation is activated during labor, which is responsible for the changes seen in all the study groups. CONCLUSIONS: In the conditions of the present study, the sympathetic blockade and the local anesthetic did not have any influence on the coagulation of pregnant women at term undergoing epidural, subarachnoid, or pudendal nerve block.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

O uso da estreptoquinase no tratamento da oclusão arterial aguda pós-cateterização da artéria femoral em crianças com menos de 10 kg/ The use of streptokinase in the treatment of acute arterial occlusion after catheterization of the femoral artery in children weighing less than 10 kg

Mandelli, Nilo César Barbosa; Nhuch, Cláudio; Fontes, Paulo Roberto; Paiva, Haroldo Diez; Rossi, Raul; Pereira, Mario Frederico Chagas; Perini, Silvio
2007-03-01

Resumo em português CONTEXTO: O tratamento da oclusão arterial aguda em menores de 5 kg tem constituído tema de discussão. OBJETIVOS: Avaliar o tratamento do quadro da oclusão arterial aguda pós-cateterismo da artéria femoral em crianças com menos de 10 kg com o uso de heparina isolada e também associada com estreptoquinase, e comparar os resultados do exame físico (como diagnóstico), da reversão da oclusão arterial, de complicações e de exames laboratoriais nos dois métodos M (mais) ÉTODOS: Trinta casos de oclusão da artéria femoral foram identificados em 1.583 cateterismos em crianças no Instituto de Cardiologia de Porto Alegre, entre 1992 e 2000. Os pacientes foram divididos em dois grupos: um usou apenas heparina (14 casos), e o outro usou heparina associada com estreptoquinase (16 casos). Os exames laboratoriais (tempo de protrombina, tempo de tromboplastina parcial ativado e fibrinogênio) coletados antes e durante a infusão intravenosa foram avaliados estatisticamente, assim como o tempo de uso da medicação, as complicações e os resultados. RESULTADOS: O exame físico mostrou-se método fidedigno para avaliar a oclusão; no grupo que utilizou a associação de heparina e estreptoquinase, houve a resolução de 87% dos casos de oclusão arterial, e a principal complicação foi sangramento no sítio de punção em 56,3% dos pacientes. Os resultados apresentaram p Resumo em inglês BACKGROUND: The treatment of acute arterial occlusion in children weighing less than 5 kg has been widely discussed. OBJECTIVES: To evaluate the treatment of acute arterial occlusion after catheterization of the femoral artery in children weighing less than 10 kg using heparin alone and associated with streptokinase, and to compare the results of physical examination (such as diagnosis), reversal of the arterial occlusion, complications and laboratory tests between both m (mais) ethods. METHODS: Thirty cases of femoral artery occlusion were identified among 1,583 catheterizations in children at Instituto de Cardiologia de Porto Alegre between 1992 and 2000. The patients were divided into two groups: one used heparin alone (14 cases) and the other used heparin associated with streptokinase (16 cases). The laboratory tests (prothrombin time, activated partial thromboplastin time and fibrinogen) performed before and during the intravenous infusion were statistically analyzed, as well as period of drug administration, complications and results. RESULTS: Physical examination proved to be reliable to evaluate occlusion; in the group using heparin associated with streptokinase, there was resolution of the arterial occlusion in 87% of cases, and the main complication was bleeding at the puncture site, which was present in 56.3% of the patients. These results showed p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

INVESTIGAÇÃO DO USO DE HEPARINIZAÇÃO REGIONAL DURANTE ISQUEMIA ARTERIAL TEMPORÁRIA EM COELHOS/ Investigation of the use of regional heparinization during temporary arterial ischemia performed in rabbits

Moreschi Junior, Dorival; Nigro, Amaury José Teixeira; Bandeira, César Orlando Peralta; Seidel, Amélia Cristina; Tormena, Eloísa de Brida
1999-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da heparinização regional durante a isquemia arterial temporária em coelhos. Os parâmetros avaliados foram a medida do tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPa) e a presença ou ausência de trombos ou edema endotelial nos vasos estudados. Foram utilizados 40 coelhos Nova Zelândia, distribuídos em dois grupos de 20 animais. Após dissecção e reparo da artéria ilíaca esquerda, realizou uma arteriotomia e introdu (mais) ziu-se um cateter de polietileno para injeção de solução de heparina no grupo experimento ou de soro fisiológico no grupo controle. O TTPa foi medido no início do experimento e após 90 minutos de isquemia, não sendo encontrado diferenças significantes entre os valores iniciais e ao final do experimento. Na avaliação microscópica não foi encontrada a presença de trombos nos vasos dos animais de ambos os grupos. Em apenas um animal do grupo controle houve a ocorrência de espessamento intimal e desarranjo da camada média, interpretado como edema endotelial, porém este dado não foi significante. Concluiu-se que a injeção intra-arterial de heparina na dose de 60 UI/kg peso não provocou alterações significantes na coagulação sistêmica do coelho, e que na ausência de lesão endotelial não ocorreu trombose dos vasos estudados, com ou sem a utilização de heparina. Resumo em inglês The purpose of this study is to evaluate the effect of the regional heparinization during temporary arterial ischemia performed in rabbits. The evaluated parameters served for measuring were activated partial thromboplastin times (aPTT) as well as the presence or absence of thrombi or endothelial edema in the analyzed vessels. Forty New Zealand rabbits were utilized. They were distributed into two groups of twenty animals. After dissection and repair of the left illiac ar (mais) tery, an arteriotomy was carried out and then a polyethylene catheter was fitted in so that heparin solution could be injected into the experimental group and physiological serum into the control group. The aPTT was measured at the beginning of the experiment and after ninety minutes of ischemia. There were no significant differences found from the initial values to the end of the experiment. Throughout microscopic evaluation the presence of thrombi in the vessels of the animals from both groups was not found. Intimal thickening as well as disruption of the middle layer regarded as endothelial edema ocurred in only one animal from the control group, however it was not considered a significant data. It was concluded that the injection of heparin (60 UI/kg weight) did not provoke significant alterations in the systemic coagulation of the rabbit. Furthermore, in the absence of endothelial lesion thrombosis of the analyzed vessels did not occur, neither with nor without the utilization of heparin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Análise da coagulação sangüínea em pacientes submetidas à hiperestimulação ovariana para fertilização in vitro/ Analysis of coagulation parameters in patients undergoing controlled ovarian hyperstimulation for in vitro fertilization

MICHELON, JOÃO; PETRACCO, ALVARO; BRUXEL, DANIELA MARIA; MORETTO, MARCELO; BADALOTTI, MARIANGELA
2002-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Identificar alterações na coagulação sangüínea em mulheres submetidas à fertilização in vitro (FIV). MÉTODOS: Trata-se de um estudo prospectivo onde foram incluídas 15 pacientes submetidas à FIV. No período pré-ovulatório imediato, do ciclo menstrual precedente à FIV, foi coletada amostra sangüínea para coagulograma, com dosagem de Estradiol, Hemograma, Fibrinogênio, Tempo de Protrombina, Tempo de Tromboplastina Parcial Ativada, Tempo de Coagu (mais) lação e Plaquetas. Durante a hiperestimulação ovariana para FIV, nova amostra para coagulograma foi coletada no dia da aplicação da Gonadotrofina Coriônica Humana. Os dados referentes à análise das duas amostras foram avaliados usando teste estatístico Paired T-Test. RESULTADOS: O estudo comparativo das médias das amostras identificou aumento significativo nos níveis de fibrinogênio, 304,9 pg/ml na primeira amostra e 383,1 pg/ml na segunda (p=0,01), já os níveis de hematócrito tiveram um decréscimo significativo, com valores de 40,5% e 38,4%, respectivamente (p=0,0001). As demais provas de coagulação não apresentaram diferença significativa. As médias do estradiol foram significativamente diferentes, sendo 167pg/ml na primeira amostra e 1435pg/ml na segunda (p=0,0001). CONCLUSÕES: Os Dados refletem uma tendência a um estado de hipercoagüabilidade sangüínea, o que é esperado nas situações de hiperestrogenismo. Apesar da significância estatística nos níveis de fibrinogênio e hematócrito, esses resultados têm pouca expressão clínica, visto que os valores máximos das duas amostras permaneceram dentro dos limites da normalidade. A pesquisa sugere que, apesar do grande aumento nos níveis de estradiol e mudanças nas provas de coagulação, os programas de FIV mostram-se seguros quanto aos riscos tromboembólicos. Resumo em inglês BACKGROUND: Hyperestrogenic conditions have been related to alterations in the coagulation parameters. The objective of this study was to identify changes in coagulation parameters in women undergoing in vitro fertilization and embryo transfer (IVF-ET). METHODS: A group of 15 patients was studied prospectively, immediately before and during the course of an IVF-ET cycle. Blood was drawn in the preovulatory period of the cycle preceeding IVF-ET for complete blood count, fi (mais) brinogen, prothrombin time (TP), thromboplastin partial actived time (ATTP), coagulation time and estradiol. A another blood sample for the same tests was collected during controlled ovarian hyperstimulation, on the hCG day. Both samples were compared by a paired t-test RESULTS: There was an increase in fibrinogen (340.9 pg/mL to 383.1 pg/mL, p = 0.01). On the other hand, hematocrit levels decreased (40.5% to 38.4 %, p = 0.0001). The other coagulation tests showed no difference. Estradiol levels increased (167 pg/mL to 1435 pg/ml, p=0.0001), as expected during such treatment. CONCLUSIONS: The data suggest a tendency towards an increase in coagulability, as expected in hyperestrogenic situations. However, even considering the statistical significance of the results, they might have limited clinical impact, since they were within the normal range. This study suggests that, despite the marked increase in estradiol and changes in coagulation parameters, IVF-ET is a safe procedure in terms of thromboembolic risks.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Estudo farmacognóstico e atividade in vitro sobre a coagulação sanguínea e agregação plaquetária das folhas de Passiflora nitida Kunth (Passifloraceae)/ Pharmacognostic study and in vitro activity on blood coagulation and platelet aggregation of leaves of Passiflora nitida Kunth (Passifloraceae)

Carvalho, Maria José de; Pedrosa, Tatiana do Nascimento; Guilhon-Simplicio, Fernanda; Nunez, Cecília Verônica; Ohana, Débora Teixeira; Pereira, Maria de Meneses; Lima, Emerson Silva
2010-03-01

Resumo em português O gênero Passiflora (Passifloraceae) é utilizado principalmente para tratar doenças do SNC e cardiovasculares. A espécie Passiflora nitida Kunth é comumente conhecida como “maracujá-do-mato". A literatura relata o consumo in natura dos frutos desta espécie pela população local para distúrbios gastrointestinais. Considerando o potencial farmacológico do gênero, este trabalho teve por objetivo realizar estudo de caracterização fitoquímica desta espécie e es (mais) tudar os efeitos dos extratos aquoso (EA), etanólico (EE) e hexânico (EH) de suas folhas sobre a coagulação sanguínea e agregação plaquetária. Para a caracterização fitoquímica foram realizados testes de cromatografia em camada delgada e ressonância magnética nuclear. O efeito dos extratos sobre a coagulação foi avaliado pelos testes de tempo de protrombina (TP) e tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPa). O efeito sobre a agregação plaquetária foi avaliado em plasma rico em plaquetas por método espectrofotométrico, usando adenosina difosfato (ADP) e adrenalina (ADR) como indutores da agregação. Os extratos EA, EE e EH apresentaram atividade coagulante pelo teste do TP e o EE apresentou atividade anticoagulante para o TTPa. Quando induzidos por ADP, os extratos EA, EE e EH apresentaram valores de concentração inibitória 50% (CI50, µg/mL) de 450,5 ± 50,7; 511,2 ± 35,5 e 394,4 ± 8,9, respectivamente, e quando induzidos por ADR apresentaram valores de 438,7 ± 5,2; 21,0 ± 1,9 e 546,9 ± 49,9, respectivamente. O EE apresentou atividade inibitória sobre a agregação. A caracterização fitoquímica foi sugestiva da presença de flavonóides e cumarinas, aos quais podem ser atribuídos, em parte, os efeitos biológicos estudados. Resumo em inglês The Passiflora genus (Passifloraceae) is mainly used to treat CNS and cardiovascular diseases. The Passiflora nitida Kunth species is commonly known as “maracujá-do-mato". The literature reports the in natura consumption of fruits of this species by the local population for gastrointestinal disorders. Considering the pharmacological potential of the genus, this work aimed to carry out study of phytochemical characterization of this species and study the effects of the a (mais) queous (AE), ethanol (EE) and hexane (HE) extracts from its leaves on blood coagulation and platelet aggregation. Thin-layer chromatography and nuclear magnetic resonance were carried out for the phytochemical characterization. The effect of the extracts on the coagulation was evaluated by prothrombin time (PT) and activated partial thromboplastin time (aPTT) tests. The effect on the platelet aggregation was evaluated in platelet-rich plasma by spectrophotometric method, using adenosine diphosphate (ADP) and adrenaline (ADR) as inducers of aggregation. The AE, EE and HE extracts showed coagulant activity by the PT test, and the EE showed anticoagulant activity by the aPTT. When induced by ADP, the AE, EE and HE extracts showed 50% inhibitory concentration values (IC50, µg/mL) of 450.5 ± 50.7, 511.2 ± 35.5 and 394.4 ± 8.9, respectively, and when induced by ADR showed values of 438.7 ± 5.2, 21.0 ± 1.9 and 546.9 ± 49.9, respectively. The EE showed inhibitory effect on the aggregation. The phytochemical characterization was suggestive of the presence of flavonoids and coumarins, which can be attributed in part to the biological effects studied.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Fatores de risco para mortalidade hospitalar nas reoperações valvares

BRANDÃO, Carlos Manuel de Almeida; POMERANTZEFF, Pablo Maria Alberto; SOUZA, Luciano Rapold; TARASOUTCHI, Flávio; GRIMBERG, Max; OLIVEIRA, Sérgio Almeida de
2002-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Identificar fatores de risco para mortalidade hospitalar em reoperações valvares. MÉTODO: Foi realizada análise prospectiva de 194 pacientes submetidos a reoperações valvares no período entre julho de 1995 e junho de 1999. As variáveis estudadas foram: sexo, idade, classe funcional, número e tipo de operações prévias, intervalo entre as operações, caráter da operação, creatinina sérica, fração de ejeção do ventrículo esquerdo, diâmetros d (mais) iastólico e sistólico do ventrículo esquerdo, pressão sistólica de ventrículo direito, atividade de protrombina, relação do tempo de tromboplastina parcial ativada, contagem de plaquetas, tempo de circulação extracorpórea, tempo de pinçamento aórtico, posição e número de valvas, tipo de procedimento, operações associadas e volume de sangramento intra-operatório. Análise univariada e multivariada foi realizada para determinar os fatores de risco para mortalidade hospitalar. RESULTADOS: A mortalidade hospitalar foi de 8,8% (17 pacientes). A análise univariada identificou as seguintes variáveis associadas a maior mortalidade: classe funcional avançada, fração de ejeção do ventrículo esquerdo baixa, atividade de protrombina baixa, creatinina elevada, tempo de circulação extracorpórea prolongado, tempo de pinçamento aórtico prolongado, procedimentos associados e volume de sangramento intra-operatório elevado. Na análise multivariada foram significativas: classe funcional IV, creatinina > 1,5 mg/dl e tempo de circulação extracorpórea > 120 minutos. CONCLUSÕES: As variáveis classe funcional IV, creatinina > 1,5 mg/dl e tempo de circulação extracorpórea > 120 minutos são fatores de risco independentes para mortalidade hospitalar nas reoperações valvares. Resumo em inglês OBJECTIVE: Analyse the risk factors for hospital mortality in valvar reoperations. METHOD: A prospective analysis was performed of 194 patients that underwent valvar reoperations between July 1995 and June 1999. The following variables were analysed: sex, age, functional class, number and type of previous operations, cardiac rhythm, urgency at operation, creatinin level, left ventricular ejection fraction, left ventricular systolic and diastolic diameters, right ventricul (mais) ar systolic pressure, prothrombin activity, activated partial thromboplastin time relation, platelets count, extracorporeal circulation time, aortic cross-clamp time, number and position of valves, type of procedure, associated procedures and intraoperative bleeding volume. Univariate and multivariate statistical analysis was performed to determine the risk factors for hospital mortality. RESULTS: The overall hospital mortality was 8,8% (17 patients). Univariate analysis showed that the following variables were associated with higher mortality rates: advanced New York Heart Association functional class, decreased left ventricular ejection fraction, decreased prothrombin activity, increased creatinine level, longer aortic cross-clamp time, prolonged extracorporeal circulation time, concomitant associated procedures, and higher intraoperative bleeding volume. Logistic multivariate analysis identified advanced New York Heart Association functional class, creatinine level higher than 1,5 mg/dl, and extracorporeal circulation time longer than 120 minutes as independent predictors of hospital mortality. CONCLUSIONS: The variables functional class IV, creatinin level > 1,5 mg/dl and extracorporeal circulation time > 120 min were independent predictors of hospital mortality in valvar reoperations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Aspectos clínico-patológicos e laboratoriais do envenenamento crotálico experimental em bovinos/ Clinical and pathological aspects of experimental Crotalus poisoning in cattle

Graça, Flávio A.S.; Peixoto, Paulo V.; Coelho, Cleide D.; Caldas, Saulo A.; Tokarnia, Carlos Hubinger
2008-06-01

Resumo em português Reproduziu-se experimentalmente o envenenamento crotálico, através da inoculação, por via subcutânea, do veneno de Crotalus durissus terrificus (cascavel sul-americana) em dez bovinos mestiços. Dois animais foram utilizados como controle. O bovino que recebeu dose de 0,03mg/kg de peso corporal, morreu 7h40min após a inoculação. A dose de 0,015mg/kg causou a morte em quatro de sete bovinos inoculados, enquanto os dois animais que receberam 0,0075mg/kg adoeceram di (mais) scretamente e se recuperaram. Os sintomas tiveram início entre 1h30min e 13h45min após a inoculação. A evolução oscilou entre 5h25min e 45h para os animais que morreram e entre 33h15min e 17 dias entre os animais que se recuperaram. Os principais sinais nervosos observados foram diminuição da resposta aos estímulos externos, reflexos hipotônicos, arrastar dos cascos no solo, aparente apatia, paralisia do globo ocular e da língua, decúbito esternal e lateral. Verificaram-se também adipsia e, por vezes, petéquias nas mucosas vaginal e conjuntival. Houve discreto a moderado aumento do tempo de sangramento e moderado aumento do tempo de tromboplastina parcial ativada. Houve moderada leucocitose com neutrofilia, linfopenia relativa, eosinopenia, monocitose e discreto aumento do número de bastões. Foi evidenciado significativo aumento dos níveis séricos de creatinaquinase, contudo, não foram observadas alterações significativas através da urinálise. À necropsia constataram-se edema quase imperceptível no local da inoculação, discretas petéquias e sufusões no epicárdio, omento, vesícula biliar e mucosa da bexiga em alguns dos animais envenenados experimentalmente. Os exames histopatológicos revelaram necrose (hialinização) de grupos de miócitos ou em miócitos isolados em dez diferentes músculos esqueléticos examinados, próximos ou distantes do local de inoculação em todos os animais necropsiados. Concluí-se que o envenenamento por Crotalus Sul-americanas em bovinos não cursa com mioglobinúria e que o quadro marcado de paralisia flácida mimetiza o observado no botulismo. Adicionalmente foram feitas observações sobre o diagnóstico do envenenamento crotálico e sua diferenciação com enfermidades que cursam com paralisia e necrose muscular em bovinos do Brasil. Resumo em inglês Crotalus poisoning was experimentally reproduced by subcutaneous inoculation of Crotalus durissus terrificus (South American rattlesnake) venom into 10 clinically healthy mixed bred 12 to 36-month-old cattle, weighing 125 to 449 kg. Two animals were used as controls. The animal that received a dose of 0.03mg/kg body weight died 7h40min after inoculation. A 0.015mg/kg dose provoked death in 4 out of 7 young oxen. Two animals given 0.0075mg/kg became slightly sick and recov (mais) ered. Onset of symptoms occurred from 1h30min to 13h45min after inoculation. The clinical course varied from 5h25min to 45h for animals that died, and from 33h15min to 17 days for animals that recovered. The main nervous signs observed were diminished response to external stimuli, hypotonic reflexes, dragging of the hooves, apathy, difficulties in moving around obstacles, ocular globe paralysis, lateral and sternal decubitus, and tongue paralysis. Adipsia and sometimes petechiae in the conjunctival and vaginal mucosa were observed. A slight to moderate increase in bleeding time was noted in 6 animals, and a moderate increase in partial thromboplastin time was found in 7 others. Moderate leukocytosis with neutrophilia, relative lymphopenia, eosinopenia, and monocytosis was found. There was a significant increase in creatine kinase serum levels of a ten-fold order. No significant alterations were revealed by urinalysis. Necropsy revealed minimal edema at the inoculation site, few petechiae and equimoses in the epicardium, omentum, biliary vesicle and bladder mucosa of some animals. Histopathological examination revealed necrosis (hyalinization) of groups or isolated myocytes in different muscles examined, both near and far from the inoculation site, in all animals. The diagnosis of Crotalus poisoning and its differentiation from diseases causing paralysis and muscular necrosis in cattle in Brazil are discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)