Sample records for threonine
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Treonina digestível em rações para matrizes suínas em lactação/ Digestible threonine in diet for lactating sows

Oliveira, Vladimir Augusto Fortes de; Donzele, Juarez Lopes; Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Silva, Bruno Alexander Nunes; Saraiva, Alysson
2008-12-01

Resumo em português Sessenta matrizes suínas pluríparas (média de quatro partos) de linhagem comercial, com peso inicial de 262,7 ± 22,50 kg, foram utilizadas para avaliar o efeito de níveis de treonina digestível sobre os desempenhos produtivo e reprodutivo durante 16,02 ± 1,17 dias de lactação. Os animais foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com 4 tratamentos e 15 repetições, considerando a matriz a unidade experimental. As rações foram formuladas com (mais) quatro níveis de treonina digestível (0,608; 0,646; 0,684 ou 0,722%, correspondentes a relações de 64, 68, 72 e 76%, respectivamente, com a lisina digestível). Os níveis de treonina digestível avaliados não influenciaram o consumo diário de ração, que foi de 4,7 kg/animal. O consumo diário individual de treonina digestível variou de forma linear entre os níveis de treonina testados. Não houve efeito dos níveis de treonina digestível da ração sobre os desempenhos produtivo e reprodutivo das porcas em lactação. O nível de 0,608%, correspondente à relação treonina digestível:lisina digestível de 64%, atende às exigências de treonina digestível de matrizes suínas durante a lactação. Resumo em inglês Sixty pluriparous sows (average of four farrowing) from commercial line, with initial weight of 262.7 ± 22.50 kg, were used to evaluate the effect of digestible threonine levels on productive and reproductive performance during 16.02 ± 1.17 days of lactation. The animals were distributed to a completely randomized design, with 4 diets and 15 replications, considering the sow the experimental unit. The diets were formulated with four levels of digestible threonine (0.608 (mais) , 0.646, 0.684 or 0.722%), the corresponding to 64, 68, 72 and 76% respectively, with digestible lysine ratio). Digestible threonine levels did not influence feed consumption, which were 4.7 kg/anim.day. The individual daily digestible threonine consumption ranged from a linear fashion among the threonine levels. There was no effect of dietary digestible threonine levels on productive and reproductive performance of lactating sows. The level of 0.608%, corresponding to digestible threonine: digestible lysine ratio of 64%, meets the digestible requirements of threonine of sows in the lactating period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Relação treonina: lisina para leitões de 6 a 11kg de peso vivo em rações formuladas com base no conceito de proteína ideal/ Threonine: lysine ratios for piglets from 6 to 11kg of live weight in diets based on the ideal protein concept

Bisinoto, Kátia Sardinha; Berto, Dirlei Antonio; Caldara, Fabiana Ribeiro; Trindade Neto, Messias Alves da; Wechsler, Francisco Stefano
2007-12-01

Resumo em português O experimento envolveu 72 leitões, visando a determinar a exigência de treonina e a relação treoninalisina da ração para animais dos 6,04±0,67 aos 11,60±1,22kg. Foi utilizado delineamento de blocos casualizados, com quatro tratamentos e seis repetições. Os tratamentos consistiram de dietas com diferentes níveis de treonina total (0,86; 1,02; 1,18 e 1,34%) e relação treonina total:lisina (54 , 64; 74 e 84%) e níveis constantes de lisina (1,60%), m (mais) etionina (0,44%) e triptofano (0,29%). Dos 11,60 aos 21,30kg, os leitões receberam a mesma ração. Não foram observadas diferenças para as variáveis de desempenho (consumo diário de ração, ganho diário de peso, ganho diário de peso ajustado para mesmo consumo de ração e conversão alimentar) e para o teor de nitrogênio da uréia plasmática dos leitões. Esses resultados indicam que leitões de 6,0 a 11,0kg não necessitam mais que 0,86% de treonina total na ração (0,72% de treonina digestível) e relação treonina total:lisina de 54:100 (relação treonina digestível:lisina de 49:100). Resumo em inglês The experiment was carried out with the objective to determine the threonine requirement and the ratio of total threonine to lysine in diets for piglets from 6.04±0.67 to 11.60±1.22kg. A randomized block design with four treatments and six replicates was used. The treatments consisted of diets with different contents of total threonine (0.86; 1.02; 1.18 and 1.34%), different ratios of total threonine to lysine (54, 64; 74 and 84%) and constant contents of ly (mais) sine (1.60%), methionine (0.44%) and tryptophan (0.29%). All animals received the same diet from 11.60 to 21.30kg. No differences were observed for any of the performance variables (daily feed intake, daily weight gain, daily weight gain adjusted for constant feed intake and feed:gain), nor for plasma urea nitrogen of piglets. These results indicate that piglets weighing from 6.0 to 11.0kg, do not need more than 0.86% of total threonine in the diet (0.72% of digestible threonine) and total threonine: lysine ratio of 54: 100 (digestible threonine:lysine ratio of 49:100).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Relações treonina:lisina digestíveis e níveis de energia líquida para suínos em crescimento e terminação/ Digestible threonine:lysine ratios and net energy levels in growing/finishing pigs

Paiano, Diovani; Moreira, Ivan; Furlan, Antonio Claudio; Carvalho, Paulo Levi de Oliveira; Kuroda Junior, Ilton Shiguemi; Martins, Elias Nunes
2008-12-01

Resumo em português Dois experimentos foram conduzidos para estudar o efeito de cinco relações treonina:lisina digestíveis (TL) sobre o balanço de nitrogênio em suínos em crescimento e de cinco níveis de energia líquida (EL) sobre o desempenho de suínos em crescimento-terminação. No primeiro experimento, foram utilizados 15 suínos machos castrados com peso inicial de 37,0 ± 2,6 kg, híbridos comerciais de média a alta deposição de tecido magro, distribuídos em delineamento i (mais) nteiramente casualizado, com cinco tratamentos (relações treonina:lisina digestíveis de 0,574; 0,624; 0,673; 0,722 e 0,772 em rações formuladas com baixo nível de proteína, 14,7%) e três repetições. A TL influenciou de forma quadrática a proteína bruta absorvida (PBA) e o nitrogênio da uréia plasmática (NUP), os quais apresentaram melhores resultados com a TL de 0,658 (média do PBA e NUP). No segundo experimento, foram estudados cinco níveis de EL em rações com a relação TL de 0,658. Utilizaram-se 40 suínos (20 machos castrados e 20 fêmeas) com 30,2 ± 1,3 kg, de características semelhantes às dos utilizados no experimento para balanço de nitrogênio, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 × 2, composto de cinco níveis de energia líquida (2.410; 2.450; 2.490; 2.530 ou 2.570 kcal/kg) e dois sexos, com um animal por baia. Na fase de terminação e no período total, o aumento nos níveis de EL ocasionou redução do consumo diário de ração (CDR), melhora da conversão alimentar (CA) e acréscimo na deposição de gordura. A relação TL de 0,658 melhora a retenção de nitrogênio e níveis crescentes de energia líquida diminuem o CDR e melhoram a CA, mas podem aumentar a deposição de gordura em suínos. Resumo em inglês Two experiments were carried out to evaluate the effect of five digestible threonine:lysine ratios (TL) on the nitrogen balance of growing pigs and five levels of net energy (NE) on growing-finishing pigs performance. In the first experiment, 15 high-lean commercial crossbred barrows, with initial weight of 37.0 ± 2.6 kg, were allotted to a completely randomized design, with five diets (digestible threonine:lysine ratio of 0.574, 0.624, 0.673, 0.722, and 0.772, in low pr (mais) otein diets, 14.7%) and three replications. Absorbed crude protein (ACP) and plasma urea nitrogen (PUN) showed a quadratic effect and the best threonine:digestible lysine ratio was 0.658 (mean of ACP and PUN). In the second experiment, five EL dietary levels were evaluated with digestible threonine:lysine ratio of 0.658. Forty pigs (20 barrows and 20 gilts) with 30.2 ± 1.3 kg were allotted to a completely randomized design, as a 5 × 2 factorial arrangement, composed of five levels of NE (2.410, 2.450, 2.490, 2.530, or 2.570 Mcal/kg) and two sexes, with one animal per cage. In the finishing phase and total period, increasing NE levels reduced feed intake (FI), improved feed:gain ratio (FGR) and increased fat deposition. Digestible threonine:lysine ratio of 0.658 improves nitrogen retention and the increasing net energy levels decrease FI and improve FGR, but may increase fat deposition in pigs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Relações treonina:lisina digestíveis para suínos na fase inicial, alimentados com rações de baixa proteína, calculadas de acordo com o conceito de energia líquida/ Digestible threonine:lysine ratios for starting pigs fed low protein diets, considering net energy concept

Paiano, D.; Moreira, I.; Silvestrin, N.; Carvalho, P.L.O.; Silva, M.A.A.; Perdigão, L.S.
2009-02-01

Resumo em português Foram realizados dois experimentos com o objetivo de estudar, no primeiro, o efeito de diferentes relações treonina:lisina digestíveis (TL) sobre a utilização do nitrogênio (N) em suínos na fase inicial, dos 15 aos 30kg de peso, e, no segundo, o efeito dessas relações sobre o desempenho dos animais. No primeiro experimento, foi avaliado o balanço de nitrogênio, utilizando-se 20 suínos machos castrados, híbridos comerciais de média a alta deposição de tecid (mais) o magro, com peso inicial de 23,0±4,1kg. Os suínos foram distribuídos em um delineamento experimental inteiramente ao acaso. As rações continham baixo nível de proteína (17,3%), e as relações TL foram: 0,574; 0,624; 0,673; 0,722 e 0,772. A proteína bruta total excretada (PBTE), a proteína bruta retida (PBR) e a utilização líquida da proteína (ULP) apresentaram efeito quadrático, e os melhores valores nas relações foram 0,648; 0,648 e 0,649, respectivamente. A melhor relação TL foi 0,649 (média da PBR e ULP). No segundo experimento, foi avaliado o efeito dessa relação sobre o desempenho dos suínos na fase inicial. Foram utilizados 60 animais (30 machos castrados e 30 fêmeas) com peso inicial de 15,5±1,5kg, de características semelhantes ao primeiro experimento, distribuídos em um delineamento experimental inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 5x2 (cinco relações TL e dois sexos, com dois animais por baia). Foram utilizadas seis baias por tratamento, com três de machos e três de fêmeas cada. Não houve efeito da relação TL sobre o consumo diário de ração e o ganho diário de peso, e houve efeito quadrático, com ponto de mínimo, sobre a conversão alimentar com a relação TL de 0,691. Os resultados indicam que a relação TL de 0,649 maximiza a retenção de nitrogênio e a relação TL de 0,691 permite melhor conversão alimentar para leitões dos 15 aos 30kg de peso. Resumo em inglês Two experiments were carried out to evaluate the effect of digestible threonine:lysine ratio (TL) on nitrogen (N) use and on growth performance of starting pigs (15-30kg). Experiment I evaluated nitrogen balance using twenty high-lean commercial crossbred barrows, with initial weight of 23.0±4.1kg. Pigs were allotted in a randomized design. Diets were formulated with low crude protein levels (17.3 %) and TL ratios were: 0.574; 0.624; 0.673; 0.722; and 0.772. Excreted cru (mais) de protein (CPEX), crude protein retention (CPR), and net protein utilization (NPU) showed quadratic effect and the best TL ratio values were achieved at 0.648, 0.648, and 0.649, respectively. The best TL ratio was 0.649 (CPR and NPU means). Experiment II was carried out to examine the same TL ratio effects on the performance of pigs. Sixty pigs (30 barrows and 30 gilts), averaging 15.5±1.5kg, used in experiment II, were allotted in a randomized design, following a factorial scheme (5x2), being five TL ratios (same as in experiment I) and two genders. Six pens per treatment (three barrows and three gilts) were used. There was no effect of TL ratio on daily feed intake and on average weight gain. However, the feed:gain ratio showed a quadratic effect and the best TL ratio was achieved at 0.691. The results pointed out that the 0.649 TL ratio maximized nitrogen retention and the 0.694 TL ratio allowed a better feed conversion for starting pigs averaging 15 to 30kg of b.w.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Níveis de Treonina em Rações para Leitões dos 6 aos 15 kg/ Levels of Threonine in Diets for Piglets from 6 to 15 kg

Rodrigues, Nair Elizabeth Barreto; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Ferreira, Aloísio Soares; Lopes, Darci Clementino; Rodrigues Filho, Moacir
2001-12-01

Resumo em português Foram utilizados 75 suínos com peso inicial médio de 5,8 ± 0,4 kg, com o objetivo de avaliar níveis de treonina em rações para leitões com alto potencial genético para deposição de carne magra dos 6 aos 15 kg. Foi usado o delineamento experimental de blocos ao acaso com cinco tratamentos (níveis de treonina), cinco repetições e três animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 18% PB e 1,108% lisina total, suplement (mais) ada com cinco níveis de L-treonina, resultando em dietas com níveis de 0,682; 0,732; 0,782; 0,832; e 0,883% de treonina total. Observou-se variação quadrática para ganho de peso diário (GDP), que aumentou até o nível de 0,77%, e para consumo de ração (CR), que aumentou até o nível estimado de 0,73%. Os níveis de treonina também influenciaram de forma quadrática a conversão alimentar (CA), que melhorou até o nível de 0,82%. A relação da lisina digestível verdadeira:treonina digestível verdadeira, no nível que proporcionou os melhores resultados de CA, correspondeu a 100:73. Concluiu-se que leitões com alto potencial genético para carne magra dos 6 aos 15 kg exigem 0,77% de treonina total na ração para máximo ganho de peso e 0,82% para melhor conversão alimentar. Resumo em inglês Seventy five piglets with average initial weight of 5.8 ± .4 kg were used to evaluate the levels of threonine in the diets for piglets from 6 to 25 kg with high genetic potential for lean deposition. A randomized blocks design, with five treatments(threonine levels), five replicates and three animals by experimental unit was used. The treatments consisted of basal diet with 18% crude protein (CP) and 1.108% total lysine, supplemented with five levels of L-threonine, resu (mais) lting in diets with (0.682, 0.732, 0.782, 0.832, and 0.883% of total threonine. It was observed quadratic variation for average daily weight gain, that increased up to .77% threonine, and for feed intake (FI), that increased up to 0.73% of threonine. Feed:gain ratio, that increased up to 0.82% of threonine, was also influenced by the threonine levels. The true digestible lysine:true digestible threonine ratio, at the level with the best F/G results, was 100:73. It was concluded that for swine from 6 to 15 kg with high genetic potential for lean meat met 0.77% total threonine in the diet for maximum weight gain and 0.82% for the best feed:gain ratio.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Níveis de Treonina em Rações para Leitoas com Alto Potencial Genético para Deposição de Carne Magra dos 30 aos 60 kg/ Levels of Threonine for Gilts from 30 to 60 kg, with High Genetic Potential for Lean Meat Deposition in the Carcass

Rodrigues, Nair Elizabeth Barreto; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Lopes, Darci Clementino; Ferreira, Aloízio Soares; Rodrigues Filho, Moacir; Orlando, Uislei Antonio Dias
2001-12-01

Resumo em português Este experimento foi conduzido para avaliar níveis de treonina total em rações para leitoas dos 30 aos 60 kg. Quarenta fêmeas, com peso inicial médio de 29,2 ± 1,4 kg, foram utilizadas em delineamento experimental em blocos casualizados, com cinco tratamentos (0,60; 0,65; 0,70; 0,75; e 0,80% de treonina total), quatro repetições e dois animais por unidade experimental. A ração basal com 18% de proteína bruta e 0,928% de lisina total, atendeu as exigências das (mais) leitoas, de acordo com o NRC (1988), exceto de treonina. A ração basal foi suplementada com L-treonina, resultando em rações experimentais que proporcionaram relações treonina digestível:lisina digestível calculadas de 62, 68, 74, 80 e 86%, respectivamente. Ao final do experimento, quando os animais atingiram peso médio de 59,98 ± 2,9 kg, foram coletadas amostras de sangue, para análise de uréia no soro sangüíneo, e um animal por unidade experimental foi abatido para avaliar a taxa de deposição de proteína na carcaça. Observou-se efeito dos níveis de treonina sobre o ganho de peso dos animais, que aumentou de forma linear. O consumo de ração aumentou quadraticamente até o nível de 0,66% de treonina da ração. Os tratamentos influenciaram a conversão alimentar (CA), que reduziu até o nível de 0,70%. A relação estimada da treonina digestível:lisina digestível verdadeira, no nível que proporcionou os melhores resultados de conversão alimentar, correspondeu a 75%. Não foi observado efeito dos tratamentos sobre o teor de uréia no soro sangüíneo. Os níveis de treonina também influenciaram a taxa de deposição de proteína na carcaça, que aumentou de forma quadrática até o nível de 0,70%. Concluiu-se que leitoas com alto potencial genético dos 30 aos 60 kg exigem 0,70% de treonina total, correspondente a 0,62% de treonina digestível, e a uma relação estimada treonina digestível:lisina digestível verdadeira de 75%. Resumo em inglês This experiment was conducted to evaluate the levels of total threonine in diets for gilts from 30 to 60 kg of live weight. Forty females, with initial average weight of 29.2 ± 1.4 kg, were used in an experimental design of randomized blocks, with five treatments (0.60; 0.65; 0.70; 0.75 and 0.80% of total threonine), four replications and two animals per experimental unit. The basal diet with 18% of crude protein and 0.928% of total lysine, attended the requirements of g (mais) ilts according to NRC (1988), except for threonine. The basal diet was supplemented with L-threonine resulting in experimental diets that supplied a calculated digestible threonine:digestible lysine ratio of 62, 68, 74, 80 and 86%, respectively. The experimental diets and water were supplied to gilts ad libtum. At the final of experimental period, when gilts reached the average weight of 59.98 ± 2.9 kg, were collected blood sample to determinate the level of urea in blood serum and one animal per experimental unit was slaughtered to evaluate the protein deposition rate. It was observed effect of threonine levels on weight gain of animals, that linearly increased. Feed intake quadratically increased up to 0.66% of threonine in diet. The treatments influenced the feed:gain ratio that reduced until level of 0.70%. The calculated ratio of true digestible threonine:true digestible lysine at level that proposed the best values of feed:gain ratio, corresponded to 75%. It was not observed effect of treatments on level of urea in blood serum. The dietary levels of threonine also influenced the protein deposition rate, that quadractly increased of way until the level of 0.70%. It was concluded that gilts with high genetic potential, from 30 to 60 kg live weight require 0.70% of total threonine and a calculated ratio of true digestible threonine:lysine of 75%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Níveis de treonina digestível em rações para suínos machos castrados de alto potencial genético na fase dos 95 aos 125 kg/ Digestible threonine levels in diets for barrows of high genetic potential in the phase from 95 to 125 kg live weight

Santos, Fabrício de Almeida; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Saraiva, Alysson
2010-03-01

Resumo em português Este estudo foi realizado para avaliar o efeito dos níveis de treonina digestível na dieta sobre o desempenho e a composição da carcaça de suínos machos castrados de alto potencial genético para deposição de carne. Oitenta suínos com peso inicial de 95,87 ± 1,26 kg foram distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco níveis de treonina digestível (0,470; 0,497; 0,528; 0,557 e 0,587%, correspondentes às relações treonina dige (mais) stível:lisina digestível de 58,0; 61,0; 65,0; 69,0 e 73,0%, respectivamente), cada um com oito repetições e dois animais por unidade experimental. As rações experimentais e a água foram fornecidas à vontade até o final do período experimental, quando os animais atingiram 125,26 ± 2,59 kg. Os níveis de treonina digestível das rações não influenciaram o consumo diário de ração e o ganho de peso dos animais, mas tiveram efeito quadrático sobre a conversão alimentar, que melhorou até o nível estimado de 0,526% de treonina na ração. O consumo diário de treonina digestível aumentou de forma linear de acordo com os níveis desse aminoácido na ração. Os níveis de treonina digestível da ração não influenciaram o peso de carcaça, a quantidade de carne, a espessura de toucinho no ponto P2 e a deposição diária de carne. O nível de treonina digestível de 0,526%, correspondente a uma relação de 65% com a lisina digestível e a um consumo de treonina digestível de 18,49 g/dia, proporciona os melhores resultados de conversão alimentar em suínos machos castrados de alto potencial genético na fase dos 95 aos 125 kg. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the effect of digestible threonine levels on performance and carcass composition of barrows of high genetic potential for meat deposition. Eighty barrows with initial weight of 95.87 ± 1.26 kg were distributed in a randomized block design, with five treatments (0.470; 0.497; 0.528; 0.557; 0.587%, corresponding to digestible threonine:digestible lysine ratio of 58.0; 61.0; 65.0; 69.0 and 73.0%, respectively) with eight rep (mais) lications and two animals in each experimental unit. The experimental feeds and water were supplied ad libitum until the end of the experimental period, when the animals reached 125.26 ± 2.59 kg. The digestible threonine levels in the diets did not influence daily feed intake and weight gain, but had a quadratic effect on feed conversion, which improved up to the estimated level of 0.526% threonine in the diet. The daily digestible threonine intake increased linearly according to the levels of this amino acid in the diet. The digestible threonine levels did not influence carcass weight, lean meat gain, back fat thickness at P2 and daily lean meat deposition. The 0.526% digestible threonine level, corresponding to a ratio of 65% digestible lysine and 18.49 g/day digestible threonine intake, lead to the best feed conversion results for high genetic potential barrows, in the phase from 95 to 125 kg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Níveis de treonina digestível em rações para leitoas dos 15 aos 30 kg mantidas em ambiente de alta temperatura/ Dietary levels of digestible threonine for gilts from 15 to 30 kg on high environmental temperature

Saraiva, Edilson Paes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Vaz, Roberta Gomes Marçal Vieira; Siqueira, Jefferson Costa; Manno, Maria Cristina; Oliveira, Will Pereira de
2006-04-01

Resumo em português Este estudo foi realizado objetivando-se avaliar níveis de treonina digestível em rações para leitoas em crescimento mantidas em ambiente de alta temperatura. Foram utilizadas 70 leitoas mestiças com peso inicial de 14,9 ± 0,56 kg, distribuídas em delineamento de blocos ao acaso, com cinco tratamentos (níveis de treonina digestível), sete repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam aos níveis de 0,538; 0,577; 0,614; 0,651 (mais) e 0,688% de treonina digestível na ração. O ganho de peso diário e o consumo médio diário de treonina aumentaram de forma linear com os níveis de treonina da ração, enquanto, o consumo diário de ração não foi influenciado pelos tratamentos. Embora a conversão alimentar tenha variado de forma linear com os tratamentos, por meio do modelo "Linear Response Plateau" (LRP), estimou-se em 0,587% o nível ótimo de treonina digestível na ração. As deposições diárias de proteína e gordura na carcaça dos animais não foram influenciadas pelos níveis de treonina da ração, que também não influenciaram os pesos absoluto e relativo dos órgãos avaliados. Concluiu-se que, para leitoas dos 15 aos 30 kg, mantidas em ambiente de alta temperatura, o nível de 0,587% de treonina digestível na ração proporcionou a melhor resposta de conversão alimentar, o que representa uma relação treonina:lisina digestível de 63%. Resumo em inglês This trial was conducted to evaluate the dietary levels of digestible threonine for growing gilts on heat stress environment. Seventy crossbreed gilts averaging initial weight of 14.9 ± 0.56 kg were assigned to a complete randomized blocks design with five treatments (levels of digestible threonine) of seven replications (two animals per experimental unity). The treatments consisted of the following dietary digestible threonine levels: 0.538, 0.577, 0.614, 0.651, and 0.6 (mais) 88%. Daily weight gain and threonine intake linearly increased as the dietary threonine level increased, whereas daily feed intake was not affected. Although feed:gain ratio linearly changed with the treatments, the best dietary digestible threonine level was estimated in 0.587%. Daily depositions of protein and fat in the carcass and absolute and relative weights of the evaluated organs were not affected by the treatments. It was concluded that gilts from 15 to 30 kg on heat stress environment require 0.587% of digestible threonine in the diet to obtain better feed:gain ratio, leading to a threonine digestible: digestible lysine ratio of 63%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Níveis de treonina digestível para suínos machos castrados, de alto potencial genético para deposição de carne, na fase de terminação/ Digestible threonine levels for high genetic potential lean deposition finishing barrows

Rossoni, M.C.; Donzele, J.L.; Oliveira, R.F.M.; Silva, F.C.O.; Abreu, M.L.T.; Kill, J.L.; Fereira, A.S.; Gattás, G.
2008-08-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito de níveis de treonina digestível em rações sobre o desempenho e características de cacaça de suínos machos castrados, selecionados geneticamente, para deposição de carne na carcaça, na fase de terminação. Foram utilizados 70 animais, com peso inicial de 59,00+1,25kg, distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, sete repetições e dois animais por unidade experimental, sendo que na distribuição dos (mais) animais, foi adotado como critério o peso inicial. Os tratamentos foram níveis de treonina na ração (0,480; 0,504; 0,528; 0,554 e 0,572% de treonina digestível). Não houve efeito (P>0,05) dos tratamentos sobre o ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar. Os níveis de treonina digestível não influenciaram (P>0,05) a porcentagem de carne e a espessura de toucinho na carcaça. Conclui-se que o nível de 0,480% de treonina digestível, correspondente a relação de treonina digestível:lisina digestível de 60%, atendeu as exigências de suínos machos castrados de alto potencial para deposição de carne na carcaça dos 60 aos 95kg. Resumo em inglês An experiment was carried out to determine the effects of digestible threonine levels in ration on the performance and carcass traits of hogs genetically selected for lean deposition at finishing. Seventy barrows averaging an initial weight of 59.00+1.25kg were distributed in a randomized experimental block design with five treatments and seven replicates, being two animals per experimental unit. Initial weight was adopted as a criterion for animal distribution in the tre (mais) atments, which were the levels of digestible treonine in the diet (0.480; 0.504; 0.528; 0.554; and 0.572%). No effect (P>0.05) was observed among the treatments on daily weight gain, daily feed intake, and feed conversion. Digestible threonine levels did not influence (P>0.05) lean and backfat thickness percentage. It can be concluded that the level of 0.480% of digestible treonine, corresponding to the rate digestible treonine:lysine 60%, supplied the requirments of high potential lean deposition barows from 60 to 95kg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Níveis de treonina digestível em dietas para fêmeas suínas de alto potencial genético em lactação sob condições de alta temperatura ambiente/ Digestible threonine levels of high-producing lactating sows maintained under high temperature environment conditions

Kiefer, Charles; Ferreira, Aloízio Soares; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Carrijo, Alfredo Sampaio; Silva, Francisco Carlos de Oliveira
2007-10-01

Resumo em português Foram utilizadas 52 fêmeas suínas em lactação distribuídas em delineamento experimental de blocos ao acaso, composto de quatro níveis de treonina digestível (0,64; 0,67; 0,70 e 0,73%) na dieta e 13 repetições, em que cada unidade experimental foi constituída por uma fêmea. A temperatura do ar no interior das salas foi de 29,7 ± 2,5ºC. Não houve efeito dos níveis de treonina digestível na dieta sobre o peso das fêmeas ao desmame. As perdas total e pe (mais) rcentual de peso das fêmeas durante a lactação reduziram de forma linear com o aumento dos níveis de treonina digestível na dieta. Os níveis de treonina digestível influenciaram a espessura de toucinho (ET) ao desmame e afetaram as variações total e percentual de espessura de toucinho. As composições de gordura e proteína corporal à desmama não foram influenciadas pelos níveis de treonina digestível na dieta. Verificou-se redução linear das mobilizações total e percentual de gordura corporal conforme aumentaram os níveis de treonina digestível na dieta. A mobilização de proteína corporal, a produção de leite e o intervalo desmama-estro não foram influenciados pelos níveis de treonina digestível da dieta. Os níveis de treonina digestível não afetaram os consumos de ração, de lisina e de energia digestível. Contudo, verificou-se aumento linear do consumo de treonina digestível conforme aumentou o nível deste aminoácido na dieta. Os níveis de treonina digestível não influenciaram a eficiência energética das fêmeas e o desempenho dos leitões e das leitegadas. Fêmeas suínas de alto potencial genético em lactação sob condições de temperaturas ambientais elevadas exigem 0,73% de treonina digestível, correspondente ao consumo diário de 32,5 g e à relação treonina digestível:lisina digestível de 73%. Resumo em inglês Fifty and two lactating sows were allotted to a randomized complete blocks experimental design with four digestible threonine levels (0.64; 0.67; 0.70 and 0.73%) and 13 replications, and each experimental unit was consisted by a female. The temperature inside in the room was of 29.7 ± 2.5°C. There was no effect of digestible threonine levels in the diet on the weight of the sows at weaning. The total and percentage sow weight losses linearly reduced with the in (mais) crease of digestible threonine level in the diet during the lactation period. Digestible threonine level in the diets influenced fat thickness (FT) at weaning, and affected the total and percentage variation of FT. The compositions of fat and corporal protein at weaning were not influenced by digestible threonine levels in the diet. A linear reduction for total and percentage of corporal fat mobilizations was observed as digestible threonine levels increased in the diet. The mobilization of corporal protein, milk production and the interval weaning time-estrus were not influenced by digestible threonine levels in the diet. Digestible threonine leveld in the diet had no effect on intake of diet, of lysine and of digestible energy. However, a linear increase was observed for the intake of digestible threonine as the levels of it increased in the diet. Digestible threonine levels in the diet had not influenced the energy efficiency of the females, the performance of the piglets and the litters. High-producing lactating sows under high temperature environmental conditions require 0.73% of digestible threonine, corresponding to a daily intake of 32.5g and the digestible threonine:digestible lysine ratio of 73%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Níveis de treonina digestível em dietas para fêmeas suínas lactantes de médio potencial genético/ Digestible threonine levels in diets for lactating sows of medium genetic potential

Kiefer, Charles; Ferreira, Aloizio Soares; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Carrijo, Alfredo Sampaio
2007-12-01

Resumo em português Foram utilizadas 76 fêmeas suínas lactantes de médio potencial genético com peso inicial de 207,0 ± 32,0 kg e ordem de parto de 3,53 ± 2,11, para avaliar níveis de treonina digestível na fase de lactação. Os animais foram distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, composto por quatro tratamentos (0,589; 0,627; 0,665 e 0,703% de treonina digestível) e 19 repetições, em que cada unidade experimental foi constituída por uma fêmea. Não houv (mais) e efeito dos níveis de treonina digestível sobre o peso das fêmeas ao desmame, a espessura de toucinho (ET) e a composição de proteína corporal à desmama. A perda de peso das fêmeas durante a lactação reduziu de forma linear com o aumento do nível de treonina digestível. Os níveis de treonina digestível não influenciaram a variação da ET durante a lactação, mas afetaram a mobilização de proteína corporal, que reduziu linearmente com o aumento do nível de treonina digestível. Não houve efeito dos níveis de treonina digestível sobre os consumos de ração, de lisina e de energia digestível, entretanto, verificou-se aumento linear do consumo de treonina digestível, em razão do aumento de seu nível na dieta. Os níveis de treonina digestível não influenciaram a eficiência energética das fêmeas, o intervalo desmama-estro e o desempenho dos leitões e leitegadas. Fêmeas suínas lactantes de médio potencial genético exigem 0,589% de treonina digestível, correspondente ao consumo diário de 28,5 g e à relação treonina digestível: lisina digestível de 62%. Resumo em inglês Seventy and six lactating crossbred sows of medium genetic potential with initial weight of 207.0 ± 32.0 kg and reproductive cycles order of 3.53 ± 2.11 were used to evaluate digestible threonine levels in the lactation phase. The animals were allotted to a randomized blocks experimental design with four treatments (0.589, 0.627, 0.665, and 0.703% of digestible threonine) and nineteen replications, in which each experimental unit was onsisted by a female. There was no e (mais) ffect of digestible threonine levels on the weight of sows at weaning time, fat thickness (FT) and corporal protein composition at weaning time. The loss of weight of the sows during the lactation reduced in a linear form with the increase of the digestible threonine level. There was no effect of digestible threonine levels on FT variation during the lactation, however affected the corporal protein mobilization that linearly reduced with the increase of the digestible threonine level. There was no effect of digestible threonine levels on feed intake, lysine and digestible energy, however, was observed linear increase of the intake of digestible threonine with its increase level in the diet. The digestible threonine levels did not influence the energy efficiency of the sows; weaning - estrus interval and the performance of the pigs and litters. Lactating sows of medium genetic potential require 0.589% of digestible threonine, corresponding to daily consumption of 28.5 g and a digestible threonine: digestible lysine ratio of 62%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Níveis de treonina digestível em dietas para codorna japonesa em postura/ Digestible threonine levels in diets for laying Japanese quail

Umigi, Regina Tie; Barreto, Sergio Luiz de Toledo; Donzele, Juarez Lopes; Reis, Renata de Souza; Sousa, Mariele Freitas; Leite, Carla Daniela Suguimoto
2007-12-01

Resumo em português O experimento foi conduzido para estimar o nível de treonina digestível para codornas japonesas em postura, durante 63 dias. Quatrocentas codornas, com idade inicial de 57 dias, foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos, oito repetições e 10 aves por unidade experimental. A dieta basal, deficiente em treonina e com 20% PB, 2.910 kcal EM/kg, foi suplementada com cinco níveis de L-treonina 98% (0,018; 0,074; 0,128; 0,183 e 0,239 (mais) %), correspondendo à relação treonina digestível:lisina digestível de 0,65; 0,70; 0,75; 0,80 e 0,85, respectivamente, para compor os tratamentos experimentais. As características estudadas foram: consumo de ração, consumo de treonina, produção de ovos, produção de ovos comercializáveis, peso do ovo, massa de ovos, conversão alimentar por massa de ovos, conversão alimentar por dúzia de ovos, qualidade dos ovos (gema, albúmen e casca), altura e diâmetro dos ovos e gravidade específica. Observou-se efeito linear dos tratamentos somente sobre o consumo de treonina. Concluiu-se que, para proporcionar os melhores resultados de desempenho e de qualidade de ovos, a codorna japonesa não exige mais que 0,65% de treonina digestível para um consumo de 149,2 mg de treonina digestível/dia ou um consumo diário de 14,34 mg de treonina digestível/g ovo, correspondendo à relação treonina digestível:lisina digestível de 0,65. Resumo em inglês The experiment was carried out to estimate the level of digestible threonine for laying japanese quail during 63 days. A total of 400 japanese quails, with inicial age of 57 days were allotted to a complete randomized experimental design with five treatments, eight replicates and ten birds per experimental unit. The basal diet, deficient in threonine and with 20% C, 2,910kcal ME/kg, was supplemented with five levels of L-threonine 98% (0.018, 0.074, 0.128, 0.183, and 0.23 (mais) 9%), corresponding to digestible threonine: digestible lysine ratios 0.65, 0.70, 0.75, 0.80, and 0.85, respectively, to compose the experimental treatments. The characteristics evaluated were: feed intake, threonine intake, egg production, production of commercial eggs, egg weight, egg mass, feed conversion per egg mass, feed conversion per egg dozen, egg quality (yolk, albumen and shell), egg length and width and specific gravity. Linear effect was only observed in the threonine intake. In conclusion, to provide the best performance results and of the quality of eggs, the Japanese quail does not require more than 0.65% of digestible threonine for a intake of 149.2 mg of digestible threonine/day or a daily intake of 14.34 mg of digestible threonine/g egg, corresponding to the digestible threonine: digestible lysine ratio of 0.65.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Exigências de treonina para frangos de corte machos nas fases de 1 a 20, 24 a 38 e 44 a 56 dias de idade/ Threonine requirement of male broiler chicks from 1 to 20, 24 to 38 and 44 to 56 days of age

Atencio, Anel; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Santiago Rostagno, Horacio; Oliveira, Jean Eduardo de; Vieites, Flávio Medeiros; Donzele, Juarez Lopes
2004-08-01

Resumo em português Três experimentos foram realizados com o objetivo de determinar a exigência de treonina e a relação treonina:lisina digestível para frangos machos, Avian Farm, nas fases de 1 a 20, 24 a 38 e 44 a 56 dias de idade. Os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, com cinco níveis de treonina digestível, seis repetições e 20 aves por boxe nas fases de 1 a 20 e 24 a 38 dias de idade e 16 aves por boxe na fase de 44 a 56 dias de idade. Os n� (mais) �veis de treonina digestível utilizados nas diferentes fases foram: de 1 a 20 dias de idade, 0,684 a 0,870% (incremento de 0,047%); de 24 a 38 dias de idade, 0,637 a 0,807% (incremento de 0,043%); e de 44 a 56 dias de idade, 0,565 a 0,715% (incremento de 0,037%). No final de cada experimento, foram avaliadas as características de desempenho e a qualidade de carcaça. Houve efeito quadrático para consumo de ração e ganho de peso na fase de 1 a 20 dias de idade. A exigência de treonina digestível (total) na fase de 1 a 20 dias de idade foi de 0,777% (0,890% total), correspondente a uma relação treonina:lisina de 67%, de acordo com os resultados de ganho de peso e com o modelo descontínuo. Não houve efeito dos níveis de treonina sobre as características de desempenho, sugerindo que o nível de treonina digestível (total) de 0,637 (0,731% total), correspondente a uma relação de 60%, foi suficiente para atender às exigências das aves na fase de 24 a 38 dias de idade, no entanto níveis mais baixos devem ser estudados para determinação do valor exato da exigência. Observou-se efeito linear dos níveis de treonina digestível sobre o rendimento de perna na fase de 24 a 38 dias de idade. Não houve efeito dos níveis de treonina sobre as características de desempenho e rendimento de cortes nobres na fase de 44 a 56 dias de idade, sugerindo que o nível de treonina digestível (total) de 0,565% (0,650% total), correspondente a uma relação de 60%, foi suficiente para atender à exigência, mas níveis mais baixos devem ser estudados para a fase de 44 a 56 dias. Resumo em inglês Three assays were carried out to determine the threonine requirement and the digestible threonine:lysine ratio of broiler males, Avian Farm, from 1 to 20, 24 to 38 and 44 to 56 days of age. A completely randomized design with five levels of threonine, six replicates and 20 birds per pen from 1 to 20 and 24 to 38, and 16 birds per pens from 44 to 56 were used in each experiment. The concentrations of digestible threonine were 0.684 to 0.870% (in increments of 0.047); 0.637 (mais) to 0.807% (in increments of 0.043); and 0.565 to 0.715 (in increments of 0.037) for 1-20, 24-38 and 44-56 days of age, respectively. A quadratic effect due to increasing digestible threonine levels were observed for feed consumption and body weight gain in the 1 to 20 day phase. Using the broken line model, the digestible (total) threonine requirement and the digestible threonine:lysine ratio were 0.777 (0.890 total) and 67%, respectively, according to the results of body weight gain. Not significant response for body weight gain and feed conversion in the second phase (24 to 38 days) showed that the lowest level of threonine met the birds requirement, but the minimum requirement should be lower. Therefore, the digestible (total) threonine requirement and ratio were .637% (.731% total) and 60%, respectively. Leg quarter yield responded linearly with the increase of the threonine level in the second phase (24 to 38). Not significant response for performance, carcass and parts yields in the third phase (44 to 56 days) indicated that the lowest level of threonine met the birds requirement, but new studies should be conducted to determine the minimum requirement. Therefore, the digestible (total) threonine requirement and ratio to maximize the performance were .565 (.650% total) and 60%, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Exigência de treonina, com base no conceito de proteína ideal, de alevinos de tilápia-do-nilo/ Digestible threonine requirement of Nile tilapia fingerlings using ideal protein concept

Bomfim, Marcos Antonio Delmondes; Lanna, Eduardo Arruda Teixeira; Donzele, Juarez Lopes; Quadros, Moisés; Ribeiro, Felipe Barbosa; Araújo, Wagner Azis Garcia de
2008-12-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito dos níveis de treonina digestível, com base no conceito de proteína ideal, em rações com 1,35% de lisina digestível sobre o desempenho de alevinos de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus). Utilizaram-se 432 alevinos revertidos de tilápia, linhagem tailandesa, com peso inicial de 1,64 ± 0,03 g, em delineamento inteiramente ao acaso, com seis tratamentos, cada um com seis repetições, e doze peixes por unidade experimental. Os tratamentos con (mais) sistiram de cinco rações com diversas relações treonina:lisina digestível (69,0; 74,0; 79,0; 84,0 e 89,0%) e relação metionina + cistina:lisina digestível de 70,0% e uma ração com relação treonina:lisina digestível de 84,0% e de metionina + cistina:lisina digestível de 75,0%, todas isoenergéticas e isoprotéicas. Os peixes foram mantidos em 36 aquários de 130 L, dotados de abastecimento de água, temperatura controlada e aeração individuais, e alimentados à vontade, seis vezes ao dia, durante 30 dias. Avaliaram-se o desempenho, a composição corporal, as deposições de proteína e gordura e a eficiência de retenção de nitrogênio dos peixes. O consumo de ração, o teor de proteína corporal e a deposição de proteína corporal aumentaram de forma linear de acordo com a relação treonina:lisina na ração, contudo, não foram influenciados pelo aumento da relação metionina + cistina:lisina da ração. Os níveis de treonina total ou digestível que proporcionaram os melhores resultados de desempenho em alevinos de tilápia-do-nilo foram de 1,11 e 0,99%, enquanto os níveis que promoveram melhor deposição de proteína corporal foram de 1,43 e 1,28%, que correspondem às relações treonina:lisina total de 71,0 e 69,0% e treonina:lisina digestível de 90,0 e 89,0%. Resumo em inglês The effects of digestible threonine levels, based on ideal protein concept in diets with 1.35% of digestible lysine on Nile tilapia (Oreochromis niloticus) fingerlings performance. Four hundred thirty two reverted Nile tilapia, Thailand strain, with initial weight of 1.64 ± 0.03 g, were allotted to completely randomized design, with six diets and six replications with twelve fishes each. The five diets, isoenergetic isoproteic, consisted of various threonine:digestible l (mais) ysine ratio (69.0, 74.0, 79.0, 84.0, and 89.0%) and methionine + cystine:digestible lysine ratio of 70.0% and one diet with threonine:digestible lysine of 84.0% and methionine + cystine:digestible lysine of 75.0%. The fish were kept in 36 aquariums of 130 L, equipped with water supply, controlled temperature and individual aeration, and ad libitum fed six times a day for 30 days. Performance, body composition, protein and fat depositions and nitrogen retention efficiency of fishes were evaluated. Consumption of feed, body protein content and body protein deposition increased in a linear fashion in accordance to threonine:digestible lysine in the diet, however, was not affected by the increase of dietary methionine + cystine:digestible lysine. Total or digestible threonine levels that provided the best results of performance of Nile tilapia fingerlings were 1.11 and 0.99%, while the levels that promoted better body protein deposition were 1.43 and 1.28%, which correspond to threonine:total lysine ratio of 71.0 and 69.0% and threonine:digestible lysine of 90.0 and 89.0%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Exigências de treonina digestível para leitoas mantidas em ambiente termoneutro dos 30 aos 60 kg/ Digestible threonine requirement for gilts maintained in thermoneutral environment from 30 to 60 kg

Saraiva, Edilson Paes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Ferreira, Aloízio Soares; Vaz, Roberta Gomes Marçal Vieira; Oliveira, Will Pereira de
2007-12-01

Resumo em português Este estudo foi conduzido para avaliar as exigências de treonina digestível nas rações de leitoas no período de 30 60 kg, mantidas em ambiente termoneutro. Setenta leitoas, mestiças, com peso inicial de 30,0 ± 0,61 kg, foram distribuídas em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos (níveis de treonina digestível), sete repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam aos níveis de 0,50; 0,53; 0,56; 0, (mais) 60 e 0,63% de treonina digestível. Não houve efeito dos níveis de treonina digestível sobre o ganho de peso diário dos animais. A conversão alimentar melhorou, de forma quadrática, com os níveis de treonina digestível e o modelo Linear Response Plateau estimou em 0,52% o nível do aminoácido, a partir do qual a conversão não variou. O consumo de ração diário reduziu com o aumento linear da ingestão de treonina digestivel. A deposição de gordura reduziu de forma linear, enquanto a de proteína não variou com o aumento de treonina digestivel. Os pesos absoluto e relativo dos rins e o absoluto do intestino aumentaram de forma quadrática com os níveis de treonina digestível. No entanto, o peso relativo do intestino aumentou de forma linear. Concluiu-se que o nível calculado de 0,52% de treonina digestível, correspondente a um consumo diário de 9,18 g e a uma relação com a lisina digestível de 63%, proporcionou melhor conversão alimentar para leitoas mantidas em ambiente termoneutro dos 30 aos 60 kg. Resumo em inglês This study was carried out to evaluate the requirement of digestible threonine in diets of gilts from 30 to 60 kg, maintained thermoneutral environment. Seventy crossbreed gilts with an initial weight of de 30.0 ± 0.61 kg were used in a randomized blocks design, with five treatments (levels of digestible threonine), seven replicates and two animals per experimental unity. The treatments corresponded of the levels of 0.50; 0.53; 0.56; 0.60; and 0.63% of digestible threoni (mais) ne. No effect was observed of digestible threonine level on daily weight gain of animals. Feed:gain ratio improved in a quadratic way with the digestible threonine level, and the Linear Response Plateau model estimated in 0.52% the level of amino acid, from which the feed conversion did not change. Daily feed intake was reduced with the increase of digestible threonine intake. Fat deposition linearly reduced, while protein deposition did not change with the increase of digestible threonine. The absolute and relative weight of kidneys and the absolute of intestine increased in a quadratic way with the digestible threonine levels, However, the relative weight of intestine increased in a linear way. It was concluded that the calculated level of 0.52% of digestible threonine, corresponding to a daily intake of 9.18 g and a relation with the digestible lysine of 63% provided better feed:gain ratio for gilts maintained in a thermoneutral environment from 30 to 60 kg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Exigências de treonina digestível para leitoas mantidas em ambiente termoneutro dos 15 aos 30 kg/ Digestible threonine requirement for gilts maintained in thermoneutral environment from 15 to 30 kg

Saraiva, Edilson Paes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Siqueira, Jefferson Costa de; Manno, Maria Cristina; Oliveira, Will Pereira de; Nunes, Christiane Garcia Vilela
2007-12-01

Resumo em português Este estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar as exigências de treonina digestível em rações para leitoas no período de 15 aos 30 kg, mantidas em ambiente termoneutro. Setenta leitoas, mestiças, com peso inicial de 15,1 ± 0,4 kg, foram distribuídas em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos (níveis de treonina digestível), sete repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam aos níveis de 0,5 (mais) 4; 0,58; 0,61; 0,65 e 0,69% de treonina digestível. Os níveis de treonina digestível da ração aumentaram o ganho de peso diário de forma quadrática até o nível de 0,61% e a conversão alimentar até o nível de 0,62%. As deposições de proteína e gordura na carcaça dos animais também se elevaram de forma quadrática, atingindo valor máximo no nível de 0,61%. Constatou-se efeito linear dos tratamentos sobre os pesos absoluto e relativo do intestino. O nível calculado de 0,62% de treonina digestível, correspondente a uma relação com a lisina digestível de 67% e a um consumo diário de 7,11 g, proporcionou melhor desempenho de leitoas mantidas em ambiente termoneutro dos 15 aos 30 kg. Resumo em inglês This study was carried out to evaluate the requirements of digestible threonine in diets of gilts from 15 to 30kg, maintained in thermoneutral environment. Seventy crossbreed gilts with an initial weight of 15.1 ± 0.4 kg were used in a randomized blocks design, with five treatments (levels of digestible threonine), seven replicates and two animals per experimental unity. The treatments corresponded to the levels of 0.54, 0.58, 0.61, 0.65, e 0.698% of digestible threonine (mais) . Digestible threonine levels in the diet increased the daily weight gain in a quadratic way up to the level of 0.61% and the feed:gain ratio up to the level of 0.62%. Protein and fat deposition rates also increased in a quadratic way reaching maximum value up to the level of 0.61%. A linear effect of the treatments was evidenced on the absolute and relative weights of the intestine. The calculated level of 0.62% of digestible threonine corresponding to a relation with digestible lysine of 67% and a daily intake of 7.11 g, provided better performance of gilts maintained in a thermoneutral environment from 15 to 30 kg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Exigências de treonina de leitões dos 7 aos 12 e dos 12 aos 23 kg/ Threonine requirements of piglets from 7 to 12 and from 12 to 23 kg

Berto, Dirlei Antonio; Wechsler, Francisco Stefano; Noronha, Cristiana Chrysóstomo
2002-06-01

Resumo em português Foram realizados dois experimentos (E) com 204 leitões Large White (E1: dos 7,23 aos 12,32 kg; e E2: dos 12,64 aos 23,81 kg). O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com quatro níveis de treonina na ração (E1: 0,80; 0,87; 0,93 e 0,99 %; e E2: 0,69; 0,74; 0,80 e 0,85 %); oito (E1) e nove (E2) repetições para o consumo diário de ração (CDR), ganho diário de peso (GDP), ganho diário de peso ajustado (GDPA) e conversão alimentar (CA); e cinco repetiçõ (mais) es para uréia plasmática (U). Não se observaram diferenças no CDR e GDP (P>0,10). Verificaram-se efeitos quadráticos da treonina no GDPA do E1 (P=0,086) e E2 (P=0,052), na CA do E2 (P=0,035) e na U do E1 (P=0,002), bem como efeito linear negativo na CA do E1 (P=0,030) e U do E2 (P=0,044). O nível de 0,89% de treonina minimizou o teor plasmático de uréia e o de 0,94% maximizou o ganho diário de peso ajustado no E1, enquanto no E2 0,76% de treonina na ração maximizou o ganho diário de peso ajustado e minimizou a conversão alimentar. Resumo em inglês Two experiments (E) were conducted, using 204 Large White piglets (E1: from 7.23 to 12.32 kg; and E2: from 12.64 to 23.81 kg). A randomized block design was used, with four levels of threonine in the ration (E1: 0.80; 087; 0.93 e 0.99%; e E2: 0.69; 0.74; 0.80 e 0.85 %); eight (E1) and nine (E2) replicates for daily intake (DI), daily weight gain (DWG), adjusted daily weight gain (ADWG) and feed conversion (FC) and five replicates for plasma urea (U). No treatment differen (mais) ces (P>0.10) were observed for either DI or DWG. Quadratic effects of threonine were observed on ADWG in E1 (P=0.086) and E2 (P=0.052), on FC in E2 (P=0.035) and on U in E1 (P=0.002); as well as a linear effect on FC in E1 (P=0.030) and on U in E2 (P=0.044). U was minimized at 0.89% threonine in E1, whereas ADWG was highest at 0.94%, in E2, 0.76% threonine maximized ADWG and minimized FC.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Exigência de treonina para leitoas dos 15 aos 30 kg/ Threonine requirement for gilts from 15 to 30 kg

Pozza, Paulo Cesar; Gomes, Paulo Cezar; Donzele, Juarez Lopes; Ferreira, Aloísio Soares; Leão, Maria Ignêz; Santos, Magali Soares dos; Rodrigueiro, Ramalho José Barbosa
2000-06-01

Resumo em português Foram utilizadas 40 leitoas, com peso médio inicial de 15,47 kg, distribuídas em um delineamento de blocos casualizados, com cinco tratamentos (0,49; 0,54; 0,59; 0,64; e 0,69% de treonina), quatro repetições e dois animais por unidade experimental, com o objetivo de estimar a exigência de treonina digestível para leitoas de 15 a 30 kg. As rações experimentais foram formuladas à base de milho, sorgo, farelo de soja e glúten de milho, suplementadas com minerais, v (mais) itaminas e aminoácidos, tendo sido fornecidas à vontade aos animais. No final do experimento, quando os animais atingiram o peso médio de 33,36 kg, foram coletadas amostras de sangue para análise de uréia no soro sangüíneo. A determinação da exigência de treonina total foi realizada com base nos parâmetros de desempenho e teor de uréia no soro sangüíneo e estimada por meio dos modelos quadrático e, ou, descontínuo LRP. Na determinação da exigência de treonina digestível verdadeira, foi utilizado um coeficiente de digestibilidade ileal verdadeira da treonina da ração basal de 84,6%, em que a treonina sintética foi considerada 100% digestível. Observou-se efeito quadrático dos níveis de treonina sobre o consumo de ração, a conversão alimentar e o teor de uréia no soro sangüíneo. Entretanto, para o teor de uréia no soro sangüíneo, o modelo descontínuo LRP permitiu melhor ajustamento dos níveis de treonina em relação aos resultados obtidos. A exigência de treonina total foi estimada em 0,60% e a de treonina digestível verdadeira, em 0,53%. Resumo em inglês Forty gilts, averaging 15,47 kg initial weight, allotted to a randomized complete block design, with five treatments: .49, .54, .59, .64 and .69% of total threonine, four replicates and two animals per experimental unit, were used to determine the threonine requirement for gilts from 15 to 30 kg. The experimental diets were formulated with corn, sorghum, and soybean meal and corn gluten meal, supplemented with minerals, vitamins and amino acids and supplied ad libitum to (mais) the animals. At the end of the experiment, with the animals averaging 33,36 kg live weight, blood samples were collected for serum blood urea analysis. The total threonine requirement determination was based on the performance and serum urea levels parameters, and was estimated by the quadratic and/or the broken line models. In the determination of the true digestible threonine requirement, a threonine basal diet coefficient of true ileal digestibility of 84,6% was used, where the synthetic threonine digestibility coefficient was considered to be 100% digestible. Quadratic effects of dietary threonine levels on feed intake, feed: gain and blood serum urea were observed. However, for urea blood serum, the broken line model showed a better adjustment for threonine levels according to the observed results. The total threonine requirement was estimated in .60% and the true digestible threonine requirement was estimated in .53%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Suplementação de Treonina em Dietas de Frangos de Corte, Variando a Energia e as Relações Energia: Proteína/ Threonine Supplementation in Broiler Diets Varying Energy and Energy: Protein Ratio

Reginatto, MF; Ribeiro, AML; Penz Jr, AM; Kessler, AM; Krabbe, EL
2000-09-01

Resumo em português Dois experimentos (EXP 1 e 2) foram conduzidos para avaliar relações energia metabolizável:proteína bruta (EM:PB) e a adição de treonina (Thr) em dietas com alta (A) (3.200kcal EM/kg) e baixa (B) (2.900kcal EM/kg) energia, sobre desempenho e composição de carcaças de frangos de corte machos. As relações energia:proteína foram 139 e 160 kcal/%, para as dietas iniciais (1 a 21 dias) (EXP 1) e 160 e 181kcal/%, para as de crescimento (22 a 40 dias) (EXP 2), nos do (mais) is níveis de energia. As dietas com ampla relação EM:PB foram suplementadas, ou não, com Thr a fim de iguala-las às dietas com menor EM:PB. Os níveis de Met+Cys e de Lys foram constantes. As aves receberam uma dieta única após (EXP1), ou antes (EXP2) do fornecimento das dietas experimentais. Nos dois EXP as dietas A proporcionaram melhor desempenho: ganho de peso (GP),consumo de ração e conversão alimentar (CA) (p Resumo em inglês Two experiments (EXP) were carried out to investigate the metabolizable energy:crude protein ratios (ME:CP) and threonine addition (Thr) in high-energy (H) (3.200kcal ME/kg) and low-energy (L) (2.900kcal ME/kg) diets, on the performance and carcass composition of male broiler chickens. The ME:CP ratios were: 139 and 160kcal/% for starter diets (1 to 21 days of age) (EXP 1) and 160 and 181kcal/% for grower diets (22 to 40 days)(EXP 2), in both energy levels, keeping Met + (mais) Cys and Lys constant. Thr was supplemented to equalize its level to the lower EM:PB ratio. All birds received a unique diet after (EXP 1) or before (EXP 2) been fed with the experimental diets. In both EXP feeding H diets resulted in better performance -weight gain (WG), feed intake (FI) and feed conversion (FC) (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Exigência nutricional de treonina digestível para galinhas poedeiras no período de 34 a 50 semanas de idade/ Nutritional requirement of digestible threonine for light-weight and semi-heavy laying hens in the period from 34 to 50 weeks old

Sá, Luciano Moraes; Gomes, Paulo Cezar; Cecon, Paulo Roberto; Rostagno, Horacio Santiago; D'Agostini, Priscila
2007-12-01

Resumo em português Com o objetivo de estabelecer a exigência nutricional de treonina digestível para poedeiras leves e semipesadas no período de 34 a 50 semanas de idade, 580 poedeiras (metade Lohmann e metade Lohmann Brown) foram submetidas a uma ração basal contendo 2.850 kcal EM/kg, 14.0% PB, suplementada com cinco níveis (0,00; 0,035; 0,07; 0,105 e 0,140%) de L-treonina, de modo a proporcionar 0,410; 0,445; 0,480; 0,515 e 0,550% de treonina digestível nas rações. Foi utilizado (mais) esquema fatorial 5 x 2 (nível de treonina e linhagem de aves), com seis repetições por tratamento e seis aves por unidade experimental, em um delineamento inteiramente casualizado. Foram avaliados a produção de ovos (%), a massa e o peso médio dos ovos (g), o consumo de ração (g/ave.dia), a conversão alimentar (kg ração/dúzia ovos), a mudança de peso corporal (g) e a qualidade interna dos ovos (unidade Haugh e índices de albúmen e gema). Os níveis de treonina não influenciaram a mudança de peso corporal, o consumo de ração, o peso dos ovos e a qualidade interna dos ovos em ambas as linhagens. A conversão alimentar, a produção de ovos, a massa de ovos e a unidade Haugh foram afetadas positivamente pelos níveis de treonina. A exigência de treonina digestível, estimada pelo modelo quadrático, para as poedeiras leves e semipesadas, foi de 0,510 e 0,517% na ração, que corresponde ao consumo diário por ave de 583 e 575 mg treonina/dia, respectivamente. Resumo em inglês With the objective to establish the nutritional requirement of threonine for light and semi-heavy laying hens in the period from 34 to 50 weeks old, 580 laying hens (half Lohmann and half Lohmann Brown) submitted to a basal ration containing 2.850 kcal ME/kg, 14.0% CP, supplemented of five levels (0.00, 0.035, 0.07, 0.105, and 0.140%) of L-threonine, in order to provide 0.410, 0.445, 0.480, 0.515, and 0.550% of digestible threonine in the rations. A 5 x 2 (threonine level (mais) and laying hen strain) factorial arrangement, with six replications per treatment and six hens per experimental unit in a completely randomized design was used. Egg production (%), egg mass and average egg weight (g), feed intake (g/hen.day), feed conversion (kg feed/egg dozen), body weight change (g) and internal egg quality (Haugh Units, albumen and yolk index) were evaluated. The threonine levels did not affect the body weight change, feed intake, egg weight and internal egg quality in both laying hen strains. Feed conversion, egg production, egg mass and Haugh units were positive influenced by the threonine level. The digestible threonine requirement, estimated by the quadratic model, for the light and the semi-heavy laying hens, was 0.510 and 0.517% in the diet, corresponding to the daily intake per hen of 583 and 575 mg lysine/day, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Níveis nutricionais de treonina digestível para poedeiras comerciais durante o segundo ciclo de postura/ Nutritional requeriment of threonine digestible for laying hens during the second cycle of production

Cupertino, Edwiney Sebastião; Gomes, Paulo Cezar; Vargas Junior, José Geraldo de; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Schmidt, Marlene; Mello, Heloisa Helena de Carvalho
2010-09-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido com o objetivo de estimar o nível ótimo de treonina digestível para poedeiras leves e semipesadas no segundo ciclo de postura. Foram utilizadas 360 aves, sendo 180 poedeiras leves e 180 poedeiras semipesadas, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, num arranjo fatorial 5 x 2 (5 níveis de treonina x 2 linhagens de poedeiras). Os níveis de treonina digestível utilizados foram de 0,380; 0,413; 0,445; 0,478 e 0,511%. Foram av (mais) aliados os dados de desempenho (produção, peso e massa de ovo), componentes dos ovos (albúmen, gema e casca), a qualidade interna dos ovos (unidades Haugh, índice de albúmen e de gema), percentual de ovos não comerciais e parâmetros de peso corporal. Pelos resultados obtidos, estimou-se para poedeiras leves nível de 0,446% de treonina digestível, correspondendo a um consumo diário de 487 mg/ave e relação treonina/lisina igual a 68, enquanto que para poedeiras semipesadas o nível estimado foi de 0,465% de treonina digestível, com consumo diário de 505 mg/ave e relação treonina/lisina igual a 71. Comparando a relação mg de treonina digestível por grama de ovo produzido, foram estimados valores de 9,5 e 10,0 mg de treonina/grama de ovo produzida. Resumo em inglês An experiment was carried out to estimate the optimum level of digestible threonine for white-egg and brown-egg laying hens in the second laying cycle. It was used 360 laying hens, 180 were white-egg and 180 were brown-egg laying hens which were distributed in a complete randomized design in 5 x 2 factorial arrangement (5 levels threonine x 2 lines of laying hens). The levels of digestible threonine used were the following: 0.380, 0.413, 0.445, 0.478 and 0.511%. It was ev (mais) aluated performance data (production, egg weight and mass), egg components (albumen, yolk and shell), egg internal quality (Haugh units, albumen and yolk indexes) and percentage of non-commercial eggs and body weight parameters. Through the obtained results, it was estimated for white-egg laying hens, levels of digestible threonine of 0.446%, which matches a daily intake of 487 mg/hens and a lysine: threonine relationship equal to 68; for brown-egg laying hens, the estimate level of digestible threonine was 0.465% with a daily intake of 505 mg/hens and a lysine: threonine relationship of 71. By comparing the relationship mg digestible threonine per gram of produced eggs, values of 9.5 and 10.0 mg threonine/gram egg are estimate; gram of produced egg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Níveis nutricionais de treonina digestível para poedeiras leves no segundo ciclo de produção/ Nutritional levels of digestible threonine for white-egg laying hens in the second cycle of production

Schmidt, Marlene; Gomes, Paulo Cezar; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Nunes, Christiane Garcia Vilela; Nunes, Ricardo Vianna
2011-01-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a exigência nutricional de treonina digestível para poedeiras comerciais leves de segundo ciclo de produção (79 a 95 semanas de idade), foi conduzido um experimento com 180 poedeiras Lohmann LSL, distribuídas em cinco dietas (0,380; 0,413; 0,446; 0,479; e 0,512% de treonina digestível), seis repetições e seis aves por unidade experimental. Os níveis de treonina na ração tiveram efeito quadrático sobre o consumo de ração, a conver (mais) são alimentar por massa e por dúzia de ovos, a taxa de postura, o peso e a massa de ovos. Não foi observado efeito significativo dos níveis de treonina na ração sobre o ganho de peso, a unidade Haugh, o índice de gema e de albúmen e a porcentagem de gema e de albúmem, com exceção da porcentagem de casca, que sofreu efeito quadrático. Mediante análise estatística e interpretação biológica e tomando-se a conversão alimentar por dúzia de ovos como parâmetro decisório, a exigência de treonina digestível no período de 79 a 95 semanas de idade é de 0,469%, que corresponde a um consumo de treonina de 459 mg/ave/dia. Resumo em inglês In order to determine nutritional requirement of digestible threonine for white-egg laying hens in the second production cycle (from 79 to 95 weeks of age), it was carried out an experiment with 180 commercial Lohmann LSL laying hens, distributed in five diets (0.380; 0.413; 0.446; 0.479 and 0.512% digestible threonine), six replicates and six birds per experiment unit. Levels of threonine in the ration quadratically affected feed intake, feed conversion per mass and per (mais) dozen of eggs, laying rate, weight and mass of eggs. It was not observed significant effect of the levels of threonine in the ration on weight gain, Haugh unity, index of yolk and albumen and percentage of yolk and albumen, except for shell percentage, which was quadratically affected. Through statistic analyzes and biological interpretation and using feed conversion per dozen of eggs as a decision parameter, the requirement of digestible threonine in the period from 79 to 95 weeks of age is 0.469%, corresponding to a threonine consumption of 459 mg/bird/day.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Exigências nutricionais de treonina digestível para poedeiras semipesadas no segundo ciclo de produção/ Nutritional requirement of digestible threonine to brown-egg laying hens on the 2nd cycle of production

Schmidt, Marlene; Gomes, Paulo Cezar; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Nunes, Ricardo Vianna; Cupertino, Edwiney Sebastião
2010-05-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a exigência nutricional de treonina digestível para poedeiras comerciais de segundo ciclo de produção, período de 79 a 95 semanas de idade, foi conduzido um experimento com 180 poedeiras semipesadas, distribuídas em cinco níveis de treonina digestível (0,380; 0,413; 0,446; 0,479; e 0,512%), cada um com seis repetições de seis aves. Os níveis de treonina na ração tiveram efeito quadrático sobre o consumo de ração, a conversão a (mais) limentar por massa e por dúzia de ovos, a taxa de postura, o peso e a massa de ovos. O consumo de treonina digestível aumentou linearmente de acordo com os níveis de treonina na ração. Não foi observado efeito dos níveis de treonina digestível na ração sobre o ganho de peso, os índices de gema e de albúmen e as porcentagens de casca, gema e albúmen do ovo, com exceção da unidade Haugh, que aumentou de forma quadrática conforme os níveis de treonina digestível da ração. Considerando a conversão alimentar por dúzia de ovos, a exigência de treonina digestível para poedeiras comerciais no período de 79 a 95 semanas de idade é de 0,467%, que corresponde a um consumo de 462 mg de treonina/ave/dia. Resumo em inglês The objective of this work is to determine the nutritional requirement of digestible threonine for brown-egg laying hens between 79 to 95 weeks of age. For this experiment, 180 commercial Lohmann Brown laying hens were used, distributed in five digestible threonine levels (0.380; 0.413; 0.446; 0.479 and 0.512%), each one with six replicates and six hens/replicate. It was observed a quadratic effect of threonine levels on the feed intake, egg mass conversions, egg dozen co (mais) nversions, egg production, egg weight, and egg mass. The digestible threonine intake increased linearly in function of diet threonine levels. It was not observed effect of diet threonine levels for weight gain, yolk index, albumen index, shell percentage, yolk percentage and albumen percentage, except for the Haugh units, which increased in a quadratic way according to digestible threonine levels in the feed. Regarded to the food conversion per egg dozen, the requirement of digestible threonine for commercial hens in the period between 79 to 95 weeks of age is 0.467%, which corresponds to an intake of 462 mg threonine/hen/day.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Validação das relações dos aminoácidos metionina, treonina, triptofano e valina com a lisina digestível na proteína ideal em rações para porcas em lactação/ Validation of the relationships of methionine, threonine, tryptophan and valine amino acids with the digestible lysine in the ideal protein in feedings for lactating sows

Haese, Douglas; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Kill, João Luís; Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Saraiva, Alysson; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Puppo, Débora Del
2010-07-01

Resumo em português Com o objetivo de validar as relações de aminoácidos digestíveis com a lisina digestível propostas com base no conceito da proteína ideal, foi realizado um experimento com 120 matrizes suínas em lactação, distribuídas em delineamento em blocos, composto de seis dietas, 20 blocos e uma matriz por unidade experimental. As dietas foram formuladas a partir de uma dieta-referência - contendo 19,5% de proteína bruta (PB) e 0,95% de lisina digestível - suplementada (mais) com metionina, treonina, triptofano e/ou valina digestíveis para atingir as relações com a lisina digestível determinadas com base na proteína ideal. As dietas não influenciaram a perda e a variação de peso, a espessura e a variação da espessura de toucinho, a proteína e a variação de proteína corporal, a gordura e a variação de gordura corporal nem alteraram o intervalo desmame-estro ou a produção de leite das porcas. As relações dos aminoácidos metionina + cistina, treonina, triptofano e valina digestíveis com a lisina digestível propostas com base na proteína ideal atendem às exigências de porcas em lactação para melhores desempenhos produtivo e reprodutivo. Resumo em inglês This experiment aimed at validating the relationship between digestible amino acids with the digestible lysine proposed on the basis of the ideal protein concept. This experiment used 120 lactating sows distributed in a complete randomized block design with six treatments and 20 repetitions and one sow per experimental unity. The diets were formulated based on a reference diet - which contained 19.5% of crude protein (CP) and 0.95% of digestible lysine supplemented with d (mais) igestible methionine, threonine, tryptophan and/or valine to meet the ideal protein based determined relationships with digestible lysine. The diets did not change weight loss and variation, thickness and thickness variation of backfat, protein and body protein variation, fat and body fat variation, neither they changed the weaning-estrus interval or milk production of the sows. The relationships between metionine + cistine, threonine, tryptophan, and valine digestible amino acids with digestible lysine based proposed on ideal protein meet the requirements of lactating sows for better reproductive and productive performances.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Determinação da exigência nutricional de treonina para poedeiras leves e semipesadas/ Determination of threonine nutritional requirement for white-egg and brown-egg laying hens

Valerio, Sandra Roselí; Soares, Paulo Rubens; Rostagno, Horacio Santiago; Silva, Martinho de Almeida e; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Lana, Geraldo Roberto Quintão; Goulart, Cláudia de Castro; Kill, João Luís
2000-04-01

Resumo em português Desenvolveu-se este experimento com o objetivo de determinar a exigência nutricional de treonina para poedeiras leves e semipesadas no período de 21 a 36 semanas. Foram utilizadas 576 aves, 288 poedeiras leves e 288 semipesadas, durante quatro períodos experimentais de 28 dias cada. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 6 x 2 (níveis x marcas), com seis repetições e oito aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram (mais) em uma ração basal contendo 14,2% de proteína bruta, suplementada com cinco níveis de L-treonina (0,025; 0,050; 0,075; 0,100; e 0,125%), resultando em um total de 0,510; 0,535; 0,560; 0,585; 0,610; e 0,635% de treonina. O desempenho produtivo e a qualidade interna dos ovos foram avaliados. Consumo de ração, produção de ovos massa de ovos e o ganho de peso foram superiores para as poedeiras semipesadas. A produção e qualidade interna dos ovos, a conversão alimentar e o ganho de peso não foram influenciados pelos níveis de treonina utilizados. O nível de 0,510% de treonina, que corresponde a 515 mg/ave/dia (0,423% de treonina digestível) e 535 mg/ave/dia (0,440% de treonina digestível), foi suficiente para atender, satisfatoriamente, o desempenho e a qualidade interna dos ovos das poedeiras leves e semipesadas, respectivamente, para as características avaliadas. Resumo em inglês An experiment was carried out to determine the nutritional threonine requirement for white-egg and brown-egg laying hens, during a period from 21 to 36 weeks. Five hundred and seventy six laying hens, 288 from white-egg and 288 from brown-egg, were used during four experimental periods of 28 days each. A complete randomized blocks design in a fatorial arangement (level x trademarks), with six replicates (eight birds/replicate), was used. The treatments consisted on a basa (mais) l diet with 14.2% crude protein supplemented with 0.025, 0.050, 0.075, 0.100, and 0.125% of L-threonine providing a total of 0.510, 0.535, 0.560, 0.585, 0.610, and 0.635% of threonine. The productive performance and internal egg quality were evaluated. Feed intake, egg production, egg mass and weight gain were superior for the brown-egg laying hens. Egg production and internal egg quality, feed: gain ratio, body weight gain were not influenced by the used threonine levels. The level of 0,510% of threonine, that correspond to 515 mg/hen·day (0,423% of digestible threonine) and 535 mg/hen·day (0,440% of digestible threonine), was sufficient to meet the performance and to the internal egg quality for the studied characteristics of both white-egg and brown-egg laying hens, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte submetidos a diferentes níveis de treonina e lisina, na fase final de criação/ Evaluation of the performance and carcass yield of broilers fed diets with different threonine and lysine levels, in the final phase

Barbosa, Maria José Baptista; Junqueira, Otto Mack; Andreotti, Marcelo de Oliveira; Cancherini, Luciana Cardoso; Araújo, Lúcio Francelino
2001-10-01

Resumo em português Este experimento foi realizado com o objetivo de verificar o desempenho e características de carcaça de frangos de corte, submetidos à diferentes níveis de lisina e treonina, na fase final de criação (42 a 56 dias de idade). Novecentos e setenta e dois frangos machos foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, divididos em nove tratamentos em um esquema fatorial 3x3 (três níveis de treonina; 0,70; 0,77 e 0,84% e três níveis de lisina; 0,94; (mais) 1,04 e 1,14%), com quatro repetições por tratamento, de 27 aves cada. Ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, rendimento de carcaça e gordura abdominal foram avaliados. O desempenho e rendimento de carcaça, apesar de não terem sido afetados pelos tratamentos, mostraram-se com tendência de melhora com o aumento dos níveis de adição dos aminoácidos estudados. Resumo em inglês This experiment was carried out to evaluate the performance and carcass characteristics of broilers fed diets with different lysine and threonine levels, in the final phase (42 to 56 days of age). Nine hundred and seventy two male chickens were randomly assigned to nine treatments on a fatorial 3x3 (three threonine levels; 0.70; 0.77 and 0.84% and three lysine levels; 0.94; 1.04 and 1.14%), with four replicates by treatment, of 27 birds each. Weight gain, feed intake, fee (mais) d conversion, carcass yield and abdominal fat were studied. Performance and carcass yield were not affected by the treatments, but tended to improve as the addition levels of the studied amino acids increased.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Respostas de frangos de corte a aumentos graduais na relação entre treonina e lisina/ Broiler responses to graded increases in the threonine to lysine ratio

Berres, Josemar; Vieira, Sergio Luiz; Coneglian, Jorge Luis Bernardon; Olmos, Alexandra Reali; Freitas, Dimitri Moreira de; Bortolini, Tatsi Carolina Kowal; Silva, Guilherme Xavier da
2007-04-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito de relações crescentes entre treonina (Thr) e lisina (Lys) digestível em dietas de frangos de corte nas repostas produtivas dos 15 aos 37 dias de idade. Os aumentos dos níveis de treonina das dietas foram obtidos a partir de inclusões crescentes de farelo de soja (FS) ou L-treonina (L-Thr). Foram alojados 1.200 frangos de corte machos Ross x Ross 308 em arranjo fatorial com três relações entre Thr e L (mais) ys (63,5, 66,0 e 68,5%) e as duas fontes de Thr supracitadas. Cada um dos seis tratamentos foi constituído por oito repetições de 25 aves. As dietas foram formuladas para garantir o nível mínimo de exigência para os demais nutrientes e energia. Não houve efeito do nível de treonina sobre respostas de desempenho zootécnico, consumo de água, matéria seca da cama, lesões de pododermatite e rendimento de carcaça e cortes. Também não foi observado efeito da fonte de Thr sobre peso corporal, consumo de dieta, matéria seca da cama, lesões de pododermatite, rendimentos de carcaça, filé de peito, coxas e sobrecoxas. Entretanto, a conversão alimentar foi melhor (P=0,009) e o consumo de água maior (P=0,011) quando o aumento em Thr foi originado do FS, enquanto o rendimento de peito foi superior (P=0,035) para as dietas suplementadas com L-Thr. Foi possível identificar uma resposta diferenciada entre fonte e nível de Thr para ganho de peso e CA, demonstrando que, quando a relação entre Thr e Lys foi de 68,5%, existiu uma evidente melhora para as aves recebendo este nível de Thr a partir do FS. As quantidades de aminoácidos (AA) essenciais a partir do quarto AA limitante foram superiores para as dietas com níveis crescentes de FS. Supõe-se que as diferenças obtidas entre as respostas das aves recebendo dietas com o aumento em Thr a partir de L-Thr ou FS tenham sido devidas a desiguais quantidades ou balanceamento de AA essenciais consumidos a partir do quarto AA limitante. A relação entre Thr e Lys digestível de 63,5% é considerada suficiente para maximizar o desempenho de frangos de corte, enquanto que aumentos nos níveis de Thr a partir da inclusão de FS influenciam os resultados provavelmente porque disponibilizam maior quantidade de AA a partir do quarto AA limitante. Resumo em inglês An experiment was carried out with the objective of evaluating the effects of graded increases in the ratios between digestible threonine (Thr) and lysine (Lys) in the diet on broilers from 15 to 37 days old. The increases on Thr levels were obtained with higher amounts of soybean meal (SBM) or L-threonine (L-Thr) in the diets. One thousand and two hundred Ross x Ross 308 male chicks were placed in a factorial arrangement with the three ratios between Thr and Lys (63.5, 6 (mais) 6.0 and 68.5%) and the two sources of Thr previously cited. Each of the six treatments had eight replicates of twenty five birds. The diets were formulated to attain minimum requirement levels of other nutrients and energy. There were no effects of the Thr level on live performance responses, water intake, litter dry matter, foot pad dermatitis, carcass and processing yields. In addition, there were no effects of the source of Thr on body weight, feed intake, litter dry matter, foot pad dermatitis, carcass, breast tenders, thighs and drumsticks yields. However, feed conversion was better (P=0.009) and water intake was higher (P=0.011) when the increase on Thr was originated by SBM, whereas breast meat yield was higher (P=0.035) with diets supplemented with L-Thr. An interaction between level and source of Thr was identified for weight gain and feed conversion demonstrating improvement when birds were fed 68.5% Thr to Lys ratio originated from SBM. Amounts of essential amino acid (AA) quantities after the third limiting AA were greater in the diets with increased SBM. Supposely, differences obtained in broiler responses when fed diets with Thr increased from SBM or L-Thr were related to different amounts or balances in the intake of essential AA. A Thr to Lys ratio of 63.5% was considered sufficient to maximize broiler performance, whereas increases in Thr obtained exclusively from SBM influence the results probably because of higher amounts of AA supplied after the fourth limiting one.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Níveis de lisina para leitoas selecionadas geneticamente para deposição de carne magra, dos 30 aos 60 kg, mantendo constante a relação entre lisina e metionina+cistina, treonina, triptofano, isoleucina e valina/ Levels of lysine for gilts with high genetic potential for lean meat deposition from 30 to 60 kg, mantaining constant the relation of lysine and methionine+cystine, threonine, tryptophan, isoleucine and valine

Fontes, Dalton de Oliveira; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Conhalato, Giane da Silva; Pereira, Mariana Aragão
2000-06-01

Resumo em português Foram utilizadas 40 leitoas mestiças (Hampshire, Landrace Belga, Pietran) com peso inicial médio de 30,1±1,25 kg e alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça, para avaliar diferentes níveis de lisina. Foi usado delineamento de blocos ao acaso com quatro tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 17,5% de proteína bruta, suplementada com quatro níveis de L-li (mais) sina HCl, resultando em rações com 1,00; 1,10; 1,20; e 1,30% de lisina. As rações foram suplementadas com níveis crescentes de treonina, metionina, isoleucina, valina e triptofano, resultando em rações nas quais a relação entre estes aminoácidos e a lisina se manteve constante em 67, 62, 60, 68 e 19%, respectivamente, com base na digestibilidade verdadeira. Não se observou efeito dos tratamentos sobre consumo de ração, ganho de peso diário e concentração de uréia no soro sangüíneo dos animais, entretanto, os animais pareceram ter atingido o potencial genético máximo para ganho de peso no nível de lisina de 1,10% (0,329%/Mcal de ED), correspondente a um consumo de lisina de 22 g/dia. Observou-se efeito linear sobre o consumo de lisina diário, que aumentou, e a conversão alimentar, que reduziu com o aumento do nível de lisina da ração. O nível de 1,30% (0,389%/Mcal de ED) ou 1,19% (0,356%/Mcal de ED), correspondente a um consumo de lisina total e digestível, respectivamente, de 24 e 22,1 g/dia, proporcionou os melhores resultados de conversão alimentar de leitoas dos 30 aos 60 kg, quando se utilizou o conceito de proteína ideal na formulação das rações experimentais. Resumo em inglês Forty crossbred gilts (Hampshire, Belgium Landrace, Pietran) with initial average weight of 30.1±1.25 kg and high genetic potential for lean meat deposition were used to evaluate different lysine levels. A randomized block experimental design, with four treatments, five replications and two animal per experimental unit, was used. The treatments corresponded to the basal diet with 17.5% crude protein, supplemented with L-lysine-HCl, resulting in diets with 1.00, 1.10, 1.2 (mais) 0 and 1.30% of lysine. The diets were supplemented with increasing levels of threonine, methionine, isoleucine, valine and tryptophan, resulting in diets where the amino acids:lysine ratio was constant in 67, 52, 60, 68 and 19%, respectively, based on the true digestibility. There was no effect of treatments on feed intake, daily weight gain and blood serum urea concentration of animals, however, the animals seems to reach their maximum genetic potential for weight gain at lysine level of 1.10% (0.329%/Mcal de DE), corresponding to a lysine intake of 22 g/day. There was linear effect on daily lysine intake, that increased, and on feed:gain ratio that reduced with increasing dietary lysine level. The level of 1.30% (0.389%/Mcal of DE) or 1.19% (0.356%/Mcal of DE), corresponding to a total and digestible lysine intake of 24 and 22.1 g/day, respectively, showed the best results of feed:gain ratio of gilts from 30 to 60 kg, when the ideal protein concept was used in the diet formulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Níveis de teonina em rações para tilápias-do-nilo/ Threonine levels in diets for Nile tilapia

Silva, Lilian Carolina Rosa; Furuya, Wilson Massamitu; Santos, Lilian Dena dos; Santos, Vivian Gomes dos; Silva, Tarcila Souza de Castro e; Pinsetta, Priscila Juliana
2006-08-01

Resumo em português Este estudo foi realizado para determinar a exigência de treonina para tilápia-do-nilo. Os peixes (37,61 ± 1,16 g de peso inicial) foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos, três repetições e 25 peixes por unidade experimental. Foi utilizada uma ração-referência (27% de PB e 3.000 kcal de ED/kg) suplementada com L-treonina, resultando em rações com 0,92; 1,06; 1,21 e 1,35% de treonina total. Os aminoácidos si (mais) ntéticos foram adicionados para manutenção do perfil de aminoácidos, de acordo com o conceito de proteína ideal. Os peixes foram alimentados até saciedade aparente durante 110 dias. Não foram observados efeitos dos níveis de treonina nas rações sobre o consumo de ração, o peso do fígado, o índice hepato-somático, os rendimentos de carcaça e de filé e a composição do filé em água (PB e EE). Constatou-se aumento linear sobre o ganho de peso, a conversão alimentar, a taxa de eficiência protéica, a retenção de nitrogênio, os pesos da carcaça e do filé e o teor de cinzas no filé. Considerando os resultados de desempenho, de custo/kg de ganho de peso e de custo/kg de peso em filés, pode-se inferir que tilápias-do-nilo de 38 a 351 g criadas em tanques-rede necessitam de 1,35% de treonina na ração - 5,51% da proteína digestível ou 74% de lisina (com base no conceito de proteína ideal). Resumo em inglês This experiment was conducted to determine the dietary threonine requirements for Nile tilapia. The fishes (37.61 ± 1.16 of initial weight) were allotted to a completely randomized design with four treatments, three replicates and 25 fishes per experimental unit. It was used a reference diet with 27% of CP and 3,000 kcal of DE/kg, supplemented with L-threonine, resulting in diets with 0.92, 1.06, 1.21, and 1.35% of total threonine. Synthetic amino acids were added (mais) to mantain their profile according to the ideal protein concept. Fishes were fed ad libitum during 110 days. No effects of dietary threonine levels on feed intake, liver weight, hepatic somatic index, carcass yield, fillet yield and fillet water composition (CP and EE) were observed. It was observed linear increase on weight gain, feed:gain ratio, protein efficiency rate, nitrogen retention, carcass weight, fillet weight and ash content in fillet. Considering data of performance, cost/kg of weight gain and cost/kg of fillet weight, the dietary total threonine requirement is of 1.35% [5.51% of digestible protein or 74% of lysine (based on the ideal protein concept)] for Nile tilapia from 38 to 351 g, reared in net pens.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Preparo de hidrolisados protéicos para a análise de aminoácidos/ Preparation of protein hydrolysates for amino acid analysis

Bernardi, Carlos Roberto; Luiz, Marilde Terezinha Bordignon; Zanotto, Dirceu Luiz; Guidoni, Antônio Lourenço
2003-12-01

Resumo em português Amostras de milho, farelo de soja e hidrolisado ácido de caseína foram submetidas à hidrólise ácida em estufa (110 ± 5°C, durante 22horas) com ácido clorídrico 6 N, em ampolas de vidro seladas sob vácuo. Os hidrolisados foram preparados por quatro métodos: 1) evaporação em evaporador rotativo sob vácuo; 2) evaporação em câmaras a vácuo em presença de pastilhas de NaOH; 3) evaporação em bloco de aquecimento sob fluxo de argônio; 4) neutraliza (mais) ção com solução padrão de citrato/NaOH. Os aminoácidos foram separados e quantificados em analisador específico Beckman System 6300 com derivatização pós-coluna por ninidrina. O método de neutralização dos reagentes da hidrólise apresentou os melhores resultados considerando todos os aminoácidos. Além disso, foi mais rápido e prático no preparo de um grande número de amostras. Quanto aos métodos de evaporação, o uso de evaporador rotativo apresentou perdas significativas apenas para treonina e serina na amostra farelo de soja; sob fluxo de argônio observou-se baixos teores para treonina, fenilalanina e lisina; em câmara sob vácuo verificou-se perdas significativas para treonina, serina e tirosina. Resumo em inglês Samples of corn, soybean corn and casein (acid hydrolysate) were submitted to acid hydrolysis in oven (110 ± 5°C, for 22 hours) with 6 N HCl in sealed ampoules under vacuum. Four methods of hydrolysate preparation were used: 1) evaporation to dryness in rotary evaporator under vacuum, 2) evacuated desiccator under vacuum and NaOH, 3) flushing the open vial with argon and 4) neutralisation with standard citrate/NaOH solution. Amino acids were isolated and quanti (mais) fied in specific analyzer Beckman System 6300 with ninhidrin post-column derivatization. The neutralization method presented the best result considering all analysed amino acids. Besides, it was more practical for rapid processing of a large number of samples. With regard to the evaporation methods in the rotary evaporator, significant losses were verified only for threonine and serine in the soybean sample. Under flow of argon, low recoveries of threonine, phenylalanine and lysine where observed, whereas in the evacuated desiccator, significant losses of threonine, serine and tyrosine where verified.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Coeficiente de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos e valores de aminoácidos digestíveis do milho submetido a diferentes temperaturas de secagem e períodos de armazenamento/ True digestibility of amino acids and digestible amino acids values of corn samples submitted to different drying temperatures and storage periods

Carvalho, Débora Cristine de Oliveira; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Vargas Junior, José Geraldo de; Toledo, Rodrigo Santana; Oliveira, Jean Eduardo de; Souza, Renata Mara de
2009-05-01

Resumo em português Determinou-se o coeficiente de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos de amostras de milho submetidas a diferentes temperaturas de secagem (temperatura ambiente e secagem artificial a 80, 100 e 120°C) e períodos de armazenamento (0, 60, 120 e 180 dias). A digestibilidade verdadeira dos aminoácidos foi determinada pelo método de "alimentação forçada" utilizando-se galos Leghorn adultos cecectomizados, alojados individualmente em baterias metálicas. Utilizou-se (mais) delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 × 4 (quatro temperaturas de secagem e quatro períodos de armazenamento) com um galo por unidade experimental e oito repetições por temperatura de secagem e período de armazenamento. As perdas endógenas foram determinadas com galos em jejum. O aumento da temperatura de secagem ocasionou redução linear da digestibilidade de metionina + cistina e isoleucina e efeito quadrático sobre a digestibilidade de metionina, treonina, lisina, triptofano e fenilalanina. Os maiores coeficientes de digestibilidade de metionina, treonina, lisina, triptofano e fenilalanina foram observados nas temperaturas 40, 25, 27, 32 e 40°C, respectivamente, obtidas por equação de regressão. Observou-se redução linear da digestibilidade de metionina e treonina com o tempo de armazenamento. A temperatura de secagem e o tempo de armazenamento dos grãos de milho reduzem a digestibilidade da maioria dos aminoácidos. Resumo em inglês The objective of this experiment was to determine the true digestibility (TD) of amino acids from corn samples submitted to different drying temperatures (room temperature and artificial drying at 80, 100 and 120°C), and different storage periods (0, 60, 120 and 180 days). The TD of amino acids was determined by the forced feeding method using cecectomized adult Leghorn roosters, placed in individual cages. A 4 × 4 factorial arrangement was used (four drying tempera (mais) tures and four storage periods), in a completely randomized design, with eight replicates. The endogenous amino acids losses were determined with roosters in fasting. A linear reduction occurred for the methionine + cystine digestibility and a quadratic effect was found for methionine, threonine, lysine, tryptophan and phenylalanine, with the increasing of the drying temperature. Higher TD values for methionine, threonine, lysine, tryptophan and phenylalanine were observed at temperature 40, 25, 27, 32 and 40°C, respectively, obtained by regression equation. A linear reduction occurred for the methionine and threonine digestibility with the storage periods. It could be conclusion that the drying temperature and storage periods of corn grains reduce the digestibility of most amino acids.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Níveis de aminoácidos na dieta de suínos machos inteiros dos 25 aos 70KG/ Levels of aminoacids in diet for boars from 25 at 70KG

Castagna, Cezar Dobler; Lovatto, Paulo Alberto; Quadros, Arlei Rodrigues Bonet de; Pedroso, Silvana
1999-03-01

Resumo em português No Brasil, o abate de suínos machos inteiros é proibido, mas esta categoria apresenta vantagens econômicas quando comparada a suínos machos castrados. Trabalhos têm demonstrado que existem diferenças no requerimento nutricional entre essas categorias. O presente experimento foi realizado na Universidade Federal de Santa Maria, com o objetivo de analisar a interação de níveis diferenciados de aminoácidos, onde 96 animais foram avaliados quanto ao seu desempenho f (mais) rente a dietas com 100, 90, 80 e 70 % dos níveis máximos recomendados para lisina, treonina, metionina + cistina e triptofano (1,25, 0,81, 0,75 e 0,22%, respectivamente), citados na literatura científica, dos 25 aos 70kg. Não foram observadas diferenças significativas (P > 0,05) para consumo de ração, ganho de peso médio diário e conversão alimentar quando analisados no período integral, sendo que os níveis de 0,87% de lisina, 0,57% de treonina, 0,52% de metionina + cistina e 0,16% de triptofano foram suficientes para garantir bom desempenho, apresentando maior economia entre os níveis testados. Resumo em inglês In Brazil, the slaughter of boar is prohibited, however this category presents economic advantages when compared with the barrows. Some experiments have demonstrated that differences exist in the nutritional requirement among these categories. The present experiment was carried out at the Federal Universty of Santa Maria, where 96 animals were evaluated concerning performance when fed with diets containig 100, 90, 80 and 70% of the maximum levels recommended for lysine, t (mais) hreonine, methionine + cystine and tryptophan (1.25, 0.81, 0.75 and 0.22%, respectively) until they reached an average weight of 70kg. No significant differences (P > 0.05) were observed for food intake, daily gain and feed conversion efficiency during the whole period, being the levels of 0.87% lysine, 0.57% threonine, 0.52% methonime + cystine and 0.16% tryptophan enough to provide good performance, and showed to be more economic between tested levels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Composição química de grãos de feijao-guandu cultivar kaki/ Chemical composition of pigeon pea seeds

Teixeira, João Paulo Feijão; Spoladore, Dayse Soave; Braga, Nelson Raimundo; Bulisani, Eduardo Antonio
1985-01-01

Resumo em português Foram analisadas sementes de tegumento creme e alaranjado de feijão-guandu (Cajanus cajan (L.) Milisp.), oriundas do cultivar Kaki, quanto aos teores de proteína, extrato etéreo, açúcares solúveis e polissacarídeos. Os dois tipos de sementes apresentaram composição química similar. Os teores médios encontrados foram: proteína 23,11%, extrato etéreo 1,34%, açúcar solúvel 9,46% e polissacarídeos 16,77%. A fração protéica apresentou baixos níveis de aminoácidos sulfurados, isoleucina, valina e treonina. Resumo em inglês Pigeon pea seeds, cv' Kaki either with light-yellow or orange testa pigments were analysed for protein, ether extract, total sugar and polysaccharides. Similar results were obtained for the two types of seeds. On the average the seeds had the following contents: protein - 23.11%; ether extract - 1.34%; total sugar - 9.46%; polysaccharides - 16.77%. The protein fraction had low levels of sulfured aminoacids, isoleucine, valine and threonine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Aminoácidos livres e uréia durante a fermentação de mosto de Chardonnay com diferentes leveduras/ Free aminoacids and urea during the fermentation of Chardonnay must with different yeasts

DUTRA, Sandra Valduga; DAUDT, Carlos Eugenio; SOUZA, Marcelo
1999-05-01

Resumo em português A análise de aminoácidos e uréia durante a fermentação da cultivar Chardonnay, fermentada com diferentes leveduras, foram os principais objetivos deste trabalho. Os mostos foram coletados em Santana do Livramento, RS, transportados para a UFSM; lá foram divididos em dois lotes aos quais foram adicionadas diferentes leveduras: Saccharomyces cerevisiae Fermol Bouquet e Saccharomyces cerevisiae D47. O aminoácido encontrado no mosto em maior quantidade foi a prolina (3 (mais) 27 mg/L) seguido por treonina, arginina e alanina (239 mg/L). A maioria dos aminoácidos foi consumida pelas leveduras, logo após o início da fermentação. A liberação máxima de uréia no meio coincidiu com o máximo de consumo de arginina, que para a levedura Fermol Bouquet foi com 15ºBrix e para a levedura D47 com 11ºBrix. Confirmando a pouca preferência de prolina pelas leveduras, o teor deste aminoácido permaneceu elevado durante o processo fermentativo. Os aminoácidos, arginina, alanina, treonina, serina, ácido aspártico e isoleucina podem ser considerados as melhores fontes de nitrogênio para as leveduras. Resumo em inglês Amino acids and urea analyses during fermentation of Chardonnay must with different yeasts were the main aim of this work. The grapes were harvested and crushed in Santana do Livramento, RS, Brazil and brought to the Department of Food Science and Technology of the Federal University of Santa Maria; there, they were divided in two lots to which were added Saccharomyces cerevisiae Fermol Bouquet and Saccharomyces cerevisiae D47, respectivelly. Proline (327 mg/L) was the am (mais) ino acid found in the highest amount in the must while treonine, arginine and alanine (239 mg/L) were next. Almost all the amino acids were used by the yeasts at the beginning of fermentation. On the other hand, the maximum excretion of urea happened at the maximum consumption of arginine. This maximum was at 15ºBrix in the fermentation with the yeast Fermol Bouquet and at 11° Brix with D47. Proline, as expected, is not an amino acid preferred by the yeast; on the contrary, arginine, alanine, threonine, serine, aspartic acid and isoleucine can be considered a much better source of nitrogen to the yeasts.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Exigência de metionina mais cistina, com base no conceito de proteína ideal, em rações para alevinos de tilápia-do-nilo/ Methionine plus cystine requirement, based on ideal protein concept, in diets for Nile tilapia fingerlings

Bomfim, Marcos Antonio Delmondes; Lanna, Eduardo Arruda Teixeira; Donzele, Juarez Lopes; Ferreira, Aloízio Soares; Ribeiro, Felipe Barbosa; Takishita, Sylvia Sanae
2008-05-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar o efeito dos níveis de metionina + cistina digestível, com base no conceito de proteína ideal, em dietas contendo níveis subótimos de lisina digestível (1,40%), foram utilizados 396 alevinos revertidos de tilápia (Oreochromis niloticus), da linhagem tailandesa, com peso inicial de 0,86 ± 0,02 g, em delineamento inteiramente ao acaso, composto de seis tratamentos, seis repetições por tratamento e 11 peixes por unidade experimental. (mais) Os tratamentos consistiram de cinco dietas com diferentes relações metionina + cistina:lisina digestível (59,5; 63,5; 67,5; 71,5 e 75,5%) e relação treonina:lisina digestível de 80,0%; e uma dieta contendo relação metionina + cistina:lisina digestível de 75,5% e treonina:lisina digestível de 85,0%, todas isoenergéticas e isoprotéicas. Os peixes foram alimentados ad libitum, em seis refeições diárias, durante 40 dias. Avaliaram-se os parâmetros de desempenho, a composição corporal, a deposição de proteína e gordura corporais e a eficiência de retenção de nitrogênio dos peixes.O aumento da relação metionina + cistina:lisina da dieta não influenciou as variáveis avaliadas, com exceção dos teores de gordura e umidade corporais, cujos efeitos foram quadráticos e aumentaram e diminuíram, respectivamente, até a relação estimada de 67,0 e 66,7%.Contudo, a elevação da relação treonina:lisina digestível nas dietas com relações metionina + cistina:lisina digestível de 75,5% proporcionou aos peixes melhor conversão alimentar e maior eficiência de retenção de nitrogênio e de utilização da proteína e lisina para ganho.Os níveis totais ou digestíveis de aminoácidos sulfurosos de 0,91 e 0,86%, que correspondem à relação metionina + cistina:lisina total e digestível de 57,2 e 59,5%, respectivamente, foram os que proporcionaram os melhores resultados de desempenho e características de carcaça de alevinos de tilápia-do-nilo. Resumo em inglês Three hundred and ninety six reverted Nile tilapia (Oreochromis niloticus), from Thailand strain, averaging initial weight of 0.86 ± 0.02 g were used to evaluate the effect of feeding methionine plus cystine:lysine levels, based on the ideal protein concept, with deficient levels of digestible lysine (1.40%). The experiment was analyzed as a completely randomized design, with six treatments, six replications by treatment and 11 fishes for experimental unit. The tre (mais) atments consisted of five diets with different ratios of digestible methionine + cystine:lysine (59.5, 63.5, 67.5, 71.5 and 75.5%) and digestible threonine:lysine ratio of 80.0%; and one diet with the digestible methionine plus cystine:lysine ratio of 75.5% and threonine: digestible lysine ratio of 85.0%, all isoenitrogenous and isoprotein. The fishes were fed ad libitum six daily meals during 40 days. Performance parameters, body composition, body protein and fat deposition and nitrogen retention efficiency were evaluated. The increasing dietary digestible methionine plus cystine:lysine ratio did not affect the studied parameters, except for the body fat and humidity content, that showed quadratic effect, with quadratic maximum and minimum at 67.0 and 66.7%, respectively. However, it was observed treatment effect (75.5%) on feed:gain ratio, nitrogen retention efficiency and protein and lysine efficiency for growth. It was concluded that the total or digestible dietary sulfur amino acid level of 0.91 and 0.86%, that correspond to a total and digestible methionine plus cystine:lysine ratio of 57.2 and 59.5%, respectively, provided the best results of performance and carcass characteristics of Nile tilapia fingerlings.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Composição de aminoácidos de cultivares de feijão e aplicações para o melhoramento genético/ Amino acid composition in common bean cultivars and applications for genetic breeding

Ribeiro, Nerinéia Dalfollo; Londero, Patrícia Medianeira Grigoletto; Cargnelutti Filho, Alberto; Jost, Evandro; Poersch, Nerison Luis; Mallmann, Carlos Augusto
2007-10-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi determinar a composição de aminoácidos em grãos de cultivares de feijão e a presença de interação cultivares x locais, nos teores de aminoácidos, e identificar cultivares para uso direto na alimentação e derivações em programas de melhoramento. Os aminoácidos foram determinados por cromatografia líquida de alta performance (HPLC), em grãos de 19 cultivares de feijão cultivadas em dois locais. Os dados médios obtidos para cad (mais) a cultivar, em duplicata, foram comparados entre si com a utilização do teste t, a 5% de probabilidade para cada local. Os grãos das cultivares analisadas apresentaram teores de aminoácidos essenciais e não-essenciais, adequados às necessidades diárias de um indivíduo adulto, o que indica alta qualidade da proteína do feijão. As cultivares de feijão apresentam, em ordem decrescente, os aminoácidos essenciais: leucina, lisina, fenilalanina, valina, isoleucina, treonina, histidina e metionina; e os aminoácidos não-essenciais: ácido glutâmico, ácido aspártico, arginina, serina, alanina, glicina, tirosina, prolina e cisteína. Os teores de leucina, isoleucina, histidina, valina, treonina, glicina e alanina foram afetados pela interação cultivares x locais. A cultivar Iraí apresenta composição de aminoácidos adequada e é indicada para uso em dietas e derivações em programas de melhoramento. Resumo em inglês The objective of this work was to determine the amino acid composition of seeds of common bean cultivars and to examine the presence of cultivar x location interactions in amino acid contents, and to identify common bean cultivars for direct consumption or use in breeding programs. The amino acid contents were determinated through high performance liquid chromatography (HPLC), in 19 common bean cultivars obtained in two localities. The mean data sets of each cultivar, in (mais) duplication, were compared by the F test at 5% probability for each location. Grains of the common bean cultivars analyzed showed essential and nonessential amino acids contents appropriate for daily supply requirements of human adults, which indicates the high quality of common bean protein. The common bean cultivars were constituted mainly of the following essencial amino acids: leucine, lysine, phenylalanine, valine, isoleucine, threonine, histidine and methionine; and, also, the following nonessencial amino acids: glutamic acid, aspartic acid, arginine, serine, alanine, glycine, tyrosine, proline and cysteine. The leucine, isoleucine, histidine, valine, threonine, glycine and alanine contents were affected by the cultivar x location interactions. Cultivar Iraí presents amino acid content suitable for diet enrichment and germplasm improvement.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Digestibilidade ileal aparente e verdadeira de aminoácidos de farinhas de carne e ossos para suínos/ Apparent and true ileal digestibility of meat and bone meals amino acids for swine

Pozza, Paulo Cesar; Gomes, Paulo Cezar; Donzele, Juarez Lopes; Rostagno, Horacio Santiago; Pozza, Magali Soares dos Santos; Nogueira, Eduardo Terra
2004-10-01

Resumo em português O experimento foi conduzido com o objetivo de determinar a digestibilidade ileal aparente e verdadeira dos aminoácidos de seis diferentes farinhas de carne e ossos. Foram utilizados 12 suínos mestiços, machos castrados, com peso médio inicial de 52,5 ± 5,1 kg. Os animais foram previamente submetidos à cirurgia para implantação de cânula "T" simples no íleo terminal, e, após 20 dias de recuperação, foram distribuídos em um delineamento experimental de blocos (mais) ao acaso, com seis tratamentos, quatro repetições e um animal por unidade experimental. Ao término das duas primeiras repetições, os tratamentos foram redistribuídos para evitar que o mesmo animal recebesse a mesma dieta em duas repetições consecutivas. Os tratamentos consistiram de uma dieta isenta de proteína à base de açúcar, amido, óleo e casca de arroz, tendo como única fonte protéica as farinhas de carne e ossos. Os coeficientes de digestibilidade ileal aparente da lisina, treonina e metionina, das diferentes farinhas de carne e ossos variaram de 54,87 a 74,80; 62,62 a 81,19 e 72,35 a 85,46%, respectivamente, e a variação entre os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeira foram de 57,00 a 76,08; 66,26 a 83,07 e 73,76 a 86,39%, respectivamente, para a lisina, treonina e metionina. As farinhas de carne e ossos apresentaram grande variação, em função das diferentes amostras, quanto aos coeficientes de digestibilidade ileal aparentes e verdadeiros dos aminoácidos. Resumo em inglês The experiment was carried out to determine the apparent and true ileal digestibility of amino acids from six different meat and bone meals. Twelvecrossbred swines, castrated males, averaging 52.5 ± 5.1 kg initial weight, were used. The animals were previously submitted to the simple T canula surgery implantation at the terminal ileum and, after twenty days of recovery period, they were allotted to a randomized blocks design, with six treatments, four replicates and one (mais) animal per experimental unit. At the end of the first two replicates, the treatments were assigned again to avoid that the same animal received the same diet in two serial replicates. The treatments consisted in a free protein diet based on sugar, starch, vegetable oil and rice peel, with the meat and bone meal as the only protein source. The apparent ileal digestibility coefficients of lysine, threonine and methionine, of the different meat and bone meals, ranged from 54.87 to 74.80; 62.62 to 81.19 and 72.35 to 85.46%, respectively, and the variation among the true ileal digestibility coefficients were from 57.00 to 76.08, 66.26 to 83.07, and 73.76 to 86.39%, respectively, for lysine, threonine and methionine. The meat and bone meals showed a great variation in function of the different batches, concerning the apparent and true coefficients of amino acid ileal digestibility.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Desempenho, rendimento de carcaça e excreção de cálcio de frangos de corte alimentados com diferentes níveis de aminoácidos e cálcio no período de 22 a 42 dias de idade/ Performance, carcass yield and calcium excretion of broilers fed diets with different amino acids and calcium levels, from 22 to 42 days of age

Araújo, Cristiane Soares da Silva; Artoni, Silvana Martinez Baraldi; Araújo, Lúcio Francelino; Junqueira, Otto Mack; Borges, Sebastião Aparecido
2002-11-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar diferentes níveis de aminoácidos e de cálcio para frangos de corte no período de 22 a 42 dias de idade. Avaliou-se o desempenho, o rendimento de carcaça e a excreção de cálcio. Foram utilizadas 540 aves, machos, da marca comercial Cobb, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3x2, ou seja, 3 níveis de aminoácidos (metionina, metionina+cistina, lisina e treonina - 100%, 125 (mais) % e 150% NRC,1994) e 2 níveis de cálcio (75% e 100% NRC,1994), com 3 repetições de 30 aves cada. Os aminoácidos estudados foram metionina, metionina+cistina, lisina e treonina. O desempenho das aves foi avaliado pelo peso vivo, ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar. O rendimento de carcaça e a percentagem de cada parte foram avaliados de 2 aves de cada repetição, escolhidas ao acaso, perfazendo um total de 6 animais por tratamento. O rendimento de carcaça foi realizado após o abate levando-se em consideração a percentagem de peito, pernas (coxa+sobrecoxa), asas, dorso, cabeça+pescoço e pés em relação à carcaça eviscerada. Além disso, analisou-se o cálcio excretado pelas aves. Para tanto, utilizou-se 72 aves, alojadas em gaiolas, seguindo o mesmo delineamento descrito anteriormente. Não houve interação entre os fatores estudados para as características avaliadas. As que consumiram dietas com 125% e 150% de aminoácidos apresentaram melhor conversão alimentar. O rendimento de peito foi afetado pelos níveis de cálcio. Resumo em inglês One experiment was conducted to evaluate different amino acid (AA) and calcium (Ca) levels for broilers from 22 to 42 days of age. Evaluated the performance, carcass yield and calcium excretion. Five forty hundred birds, Male broilers Cobb, were randomly assigned to 6 treatments in a 3x2 factorial arrangement, considering the factors AA (100, 125 and 150% NRC, 1994) and Ca (75 and 100% NRC, 1994), in three replications of 30 birds each. The studied AA were methionine, met (mais) hionine+cystine, lysine and threonine. The performance of the birds was analyzed according to body weight, weight gain, feed intake and feed conversion. Carcass yield and the percentage of each part were evaluated from 2 birds randomly taken from each pen at 42 days of age, in a total of 6 birds per treatment. Carcass yield was evaluated just after the slaughter in relation to individual percentage carcass as well as breast, legs (thigh and drumstick), wing, back, head+neck and feet. Besides, the excreted calcium of the birds was analyzed. For so much, it was used 72 birds, in experiment, housed in cages, following the same design described previously. It was not found interaction between the factors studied. The birds fed diet 125% and 150% AA showed improvement in feed conversion. Breast yield was affected by dietary Ca.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Manipulação de cereais para acúmulo de lisina em sementes/ Manipulating cereal crops for high lysine accumulation in seeds

Molina, Silvia Maria Guerra; Gaziola, Salete Aparecida; Lea, Peter John; Azevedo, Ricardo Antunes
2001-03-01

Resumo em português A lisina é um aminoácido essencial cuja via de biossíntese faz parte da via metabólica do ácido aspártico, pela qual são também sintetizados os aminoácidos treonina, metionina e isoleucina. Além disso, a lisina é o principal aminoácido limitante em todos os cereais e por cerca de 30 anos a via do ácido aspártico tem sido estudada em plantas, com o intuito de desvendar e caracterizar os principais pontos chave na regulação das vias de biossíntese desses am (mais) inoácidos. Duas etapas distintas, uma primeira originada a partir do desenvolvimento da cultura de tecidos (anos 70-80) e a segunda a partir do desenvolvimento de técnicas para a transformação de plantas (anos 90), permitiram que mutantes bioquímicos e plantas trangênicas fossem produzidos com alterações específicas em passos metabólicos chave, levando à superprodução e acúmulo de treonina em vários tecidos das plantas. Entretanto, a acumulação de lisina em sementes não foi obtida. Tal fato, associado a estudos bioquímicos da via de degradação da lisina em cereais e em leguminosas, indicou que a manipulação da degradação seria tão ou mais importante que a manipulação da biossíntese de lisina para o acúmulo deste aminoácido em sementes dos cereais . Em milho, o uso e estudo de outros mutantes tais como o opaco-2 e variedades QPM (Quality Protein Maize) contribuíram significativamente para a compreensão dos eventos regulatórios. As estratégias para a obtenção de materiais ricos em lisina e sua relevância à manipulação de outros aminoácidos são revisados. Resumo em inglês The nutrition value of a protein is directly related to its amino acid composition. Some of these amino acids, termed essential amino acids, cannot be synthesized by humans and therefore must be supplied in the diet for adults and in particular for infants and children. Lysine is an essential amino acid synthesized via the aspartic acid metabolic pathway, in which threonine, methionine and isoleucine are also endproducts. Moreover, lysine is the first limiting amino acid (mais) in all cereal grains. For over 30 years, the aspartic acid metabolic pathway has been studied in higher plants with the aim of identifying and characterizing the key regulatory points controlling the biosynthetic pathway. Two clear distinct time periods, one begining with the development of tissue culture techniques (1970-80's) and the second with the development of plant transformation techniques (90's), has encouraged the production of biochemical mutants and transgenic plants with specific alterations in key enzymes of the pathway, leading to the overproduction and accumulation of threonine in all plant tissues. However, the accumulation of lysine in seeds has been particularly difficult to achieve. Such an observation, associated with the recent biochemical studies on lysine degradation in cereal and legume plant species, has indicated that the manipulation of lysine degradation is as important as the manipulation of lysine synthesis, if the goal of accumulating this amino acid in cereal seeds is to be achieved. In maize, the study and use of other mutants such as the opaque-2 and QPM (Quality Protein Maize) varieties, has contributed significantly to our understanding of the regulatory aspects of the aspartate pathway. The strategies of obtaining cereals rich in lysine and their relevance to the manipulation of other amino acids have been discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Composição de aminoácidos da carcaça do pintado (pseudoplatystoma corruscans) baseada no conceito de proteína ideal/ Amino acids composition of the carcass of pintado fish (Pseudoplatystoma corruscans) based on the concept of ideal protein

Massamitu Furuya, Wilson; Barriviera Furuya, Valéria R
2003-04-01

Resumo em português A composição de aminoácidos do tecido muscular do pintado (Pseudoplatystoma corruscans) foi determinada com base no conceito de proteína ideal. Foram utilizados 10 peixes com peso vivo médio 2,58 ± 0,52 kg para análise. A relação AAE/L [(cada aminoácido essencial incluindo cistina e tirosina/lisina) x 100] de 29,58, 42,35, 33,50, 11,25, 68,02, 23,89, 42,73, 49,81, 43,36, 76,86 e 52,47% para a metionina, metionina+cistina, treonina, triptofano, arginina, histidin (mais) a, isoleucina, leucina, fenilalanina, fenilalanina+tirosina e valina do tecido muscular, respectivamente, sugere que as exigências de aminoácidos pelo pintado não variam muito em relação a outras espécies. A relação AAE/L pode fornecer valores importantes para a suplementação de aminoácidos em dietas para o pintado. Resumo em inglês The amino acids composition of the muscle tissue of pintado (Pseudoplatystoma corruscans) was determined with basis on the ideal protein concept. Ten fishes with initial weight of 2.58 ± 0.52 kg were used for analysis. The AAE/L ratios [(each essential amino acid content including cystine and tyrosine/lysine) x 100], of 29.58, 42.35, 33.50, 11.25, 68.02, 23.89, 42.73, 49.81, 43.36, 76.86 e 52.47%, for methionine, methionine + cystine, threonine, thriptophan, arginine, hi (mais) stidine, isoleucine, leucinae phenylalanine, phenylalanine + tyrosine, and valine, of muscle tissue, respectively, suggest that the amino acid requirements of "pintado" are not greatly different among species. The AAE/L ratio will provide valuable index for supplemental amino acids in diets for "pintado".

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Avaliação do Desempenho e Excreção de Cálcio em Duas Linhagens de Frangos de Corte, na Fase Inicial, Alimentados com Diferentes Níveis de Aminoácidos e de Cálcio/ Performance and Calcium Excretion in Two Strains of Broilers, in the Initial Phase, Fed With Different Amino Acids and Calcium Levels

Araújo, CSS; Artoni, SMB; Araújo, LF; Junqueira, OM; Borges, SA
2002-05-01

Resumo em português Dois experimentos foram realizados com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes níveis de aminoácidos e de cálcio sobre o desempenho e excreção de cálcio de duas linhagens de frangos de corte (Cobb e Avian Farms) na fase inicial de criação. Foram avaliados os dados de desempenho (consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar) e excreção de cálcio. Foram utilizadas 540 aves, em cada experimento, distribuídas em delineamento inteiramente casuali (mais) zado, em esquema fatorial 3x2, ou seja, 3 perfis de aminoácidos (metionina, metionina+cistina, lisina e treonina - 100%, 125% e 150% dos níveis do NRC,1994) e 2 níveis de cálcio (75% e 100% dos níveis do NRC,1994), com 30 aves por repetição. Analisou-se o cálcio excretado das aves, e para tanto, utilizou-se 72 aves, em cada experimento, alojadas em gaiolas, seguindo o mesmo delineamento descrito anteriormente. Não houve interação entre os tratamentos estudados. Para a linhagem Avian Farms, o ganho de peso diminuiu com a elevação dos níveis de aminoácidos e ocorreu menor excreção de cálcio com menor nível de cálcio da dieta. A linhagem Cobb não foi influenciada pelos tratamentos em nenhum dos parâmetros estudados. Resumo em inglês Two experiments were conducted to evaluate the performance and calcium excretion of broilers fed the diets with different amino acids (AA) and calcium (Ca) levels in the initial phase. In each experiments, male broilers, Cobb or Avian Farms, were randomly assigned to six treatments in a three X two factorial arrangement, considering the factors AA (100, 125 and 150% NRC, 1994) and Ca (75 and 100% NRC, 1994), in three replications of 30 birds each. The studied AA were meth (mais) ionine, methionine + cystine, lysine and threonine. The performance of the birds was analyzed according weight gain, feed intake and feed conversion. The lower calcium level reduced calcium excretion and increasing amino acids levels reduced weight gain in Avian Farms strain. The Cobb strain was not affected by treatments.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Composição aminoacídica e digestibilidade ileal de aminoácidos de alimentos energéticos determinados com suínos submetidos à anastomose ileo-retal/ Amino acids composition and ileal digestibility of amino acids in energetics feedstuffs measured in pigs with ileo-rectal anastomosis

Fontes, D.O.; Donzele, J.L.; Mascarenhas, A.G.; Apolônio, L.R.; Silva, F.C.O.; Fontes, F.A.P.V.; Corrêa, G.S.S.
2007-02-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar os coeficientes de digestibilidade ileal aparente (CDA) dos aminoácidos de alimentos energéticos foi realizado um ensaio de metabolismo com suínos machos castrados submetidos à anastomose íleo-retal com isolamento do intestino grosso, utilizando-se o método da coleta total de excretas e três repetições por alimento avaliado. Os animais cujo peso médio inicial foi de 35,1kg foram alojados em gaiolas de metabolismo sendo um animal por (mais) unidade experimental. Os alimentos avaliados (milho comum, milho de alta proteína, milheto, sorgo e farelo de trigo) constituíram a única fonte protéica das dietas, isoprotéicas em 8% de PB. As dietas foram fornecidas duas vezes ao dia e a sua quantidade calculada com base no peso metabólico dos animais. A glicina, treonina e prolina apresentaram os menores CDA (respectivamente 49,37; 59,36 e 59,62%), enquanto arginina e ácido glutâmico, os maiores valores, (respectivamente 89,67 e 85,09% para o CDA). Os dados obtidos podem ser utilizados como referência para a formulação de dietas para suínos em crescimento com base em aminoácidos digestíveis. Resumo em inglês A metabolism assay that utilized pigs ileo-rectal anastomosis with complete isolation of large intestine was conducted to determine aparent (ADC) ileal amino acids digestibility coefficients of energetic feedstuffs for swine. The method employed was the total feces collection with three repetitions for evaluated feedstuff. The pigs, averaging 35,5kg initial live weight, were allotted in metabolism cages. The metabolism cage was considerate one experimental unit. The value (mais) d feedstuffs (corn, QPM corn, millet, sorghum and wheat bran) was single protein source of diets, every one with 8% of crude protein. The diets was provide in twice time and the quantity calculated of accord with the metabolic weight. In the feedstuffs evaluated glycine, threonine and proline exhibited the smaller values of ADC (respectively, 49,37; 59,36 and 59,62%), whereas arginine and glutamic acid presented the greater values of ADC (respectively, 89,67 and 85,09%).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Digestibilidades ileal aparente e verdadeira dos aminoácidos de farinhas de vísceras para suínos/ Apparent and true ileal digestibilities of poultry by-products amino acids for swine

Pozza, Paulo Cesar; Gomes, Paulo Cezar; Donzele, Juarez Lopes; Rostagno, Horacio Santiago; Pozza, Magali Soares dos Santos; Lopes, Darci Clementino
2005-12-01

Resumo em português O experimento foi conduzido com o objetivo de determinar as digestibilidades ileal aparente e verdadeira de cinco diferentes farinhas de vísceras. Foram utilizados 10 suínos mestiços, machos castrados, com peso inicial de 34,11 ± 3,88 kg, previamente submetidos à cirurgia para implantação de cânula "T" simples. Os animais foram distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, quatro repetições e um animal por unidade experime (mais) ntal. Ao final das duas primeiras repetições, os mesmos animais foram redistribuídos e utilizados novamente nas repetições subseqüentes. Os tratamentos consistiram de uma dieta isenta de proteína à base de açúcar, amido, óleo e casca de arroz, tendo como única fonte protéica uma das cinco farinhas de vísceras. Os coeficientes de digestibilidade ileal aparente da lisina, treonina e metionina das diferentes farinhas de vísceras apresentaram variação de 63,40 a 74,01; 63,17 a 79,13 e 72,60 a 81,11%, respectivamente, e os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeiros apresentaram variação de 64,38 a 74,88; 64,31 a 80,60 e 73,07 a 81,64%, respectivamente. Resumo em inglês The experiment was carried out with the objective of determining the apparent and true ileal digestibilities of amino acids from five different poultry by-product. Ten crossbreed swines, castrated males, averaging 31.11 ± 3.88 kg were used in the experiment. The animals were previously submitted to the surgery for simple T canula implantation and, then, allotted to a randomized block design with five treatments, four replicates and one animal per experimental unit. At th (mais) e end of the first and second replicates, these animals were allotted again to the treatments and used in the third and fourth replicates. The treatments consisted of a free protein diet based on sugar, starch, vegetable oil and rice peel and one of the five poultry by-product as protein source in the diet. The coefficients of apparent ileal digestibility of lysine, threonine and methionine of different poultry by-product ranged from 63.40 to 74.01, 63.17 to 79.13 and 72.60 to 81.11%, respectively, and the coefficients of true ileal digestibility, from 64.38 to 74.88, 64.31 to 80.60 and 73.07 to 81.64%, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Emprego de fubá de melhor qualidade protéica em farinhas mistas para produção de biscoito/ Use of quality-protein maize in flour blends and in the production of cookies

Guilherme, Fátima F. P.; Jokl, Lieselotte
2005-03-01

Resumo em português Farinhas mistas (FM) à base de farinha de trigo com substituição parcial por isolado protéico de soja, soro de leite em pó e três tipos de fubá (mimoso ou de cultivares BR451 e BR2121) foram preparadas para melhorar a qualidade protéica da farinha de trigo. As características sensoriais e químicas dos biscoitos foram avaliadas, e o valor protéico em potencial foi calculado. Os resultados foram comparados com os da farinha de trigo ou seu biscoito (controles). O (mais) s teores em macronutrientes nas FM e nos biscoitos foram superiores aos dos respectivos controles, com exceção de carboidratos. Apenas na aparência o biscoito com FM BR2121 foi estatisticamente inferior à daquele com FM mimoso, sendo semelhantes ao controle e aos outros biscoitos na textura e no sabor. O biscoito com FM mimoso teve a maior aceitação. O valor calórico médio dos biscoitos foi de 436kcal. A qualidade protéica dos biscoitos com as FM - lisina e treonina como aminoácidos limitantes e C-PER em torno de 2 - foi superior a do controle. O custo (preço/kg) dos biscoitos assados com as FM foi superior ao do biscoito controle, devido ao custo da FM ter sido cerca do dobro da farinha de trigo pura e de se necessitar maiores quantidades de ingredientes na formulação. Resumo em inglês Flour blends (FB) based on wheat flour with partial substitution for isolated soy protein, powdered whey and three corn flour types (common or cultivar BR451 and BR2121) were prepared to improve the protein quality of wheat flour. The sensory and chemical characteristics of the cookies were evaluated and the potential proteic value was calculated. The results were compared with the wheat flour or its cookie (controls). Macronutrients levels in FB and cookies were superior (mais) than those in the respective controls, except for carbohydrates. Only in the appearance the cookie made with FB BR2121 was statistically inferior to the one with common corn FB, being similar to the control and other cookies in texture and flavor. The cookie with common corn FB had the highest acceptance. Cookies mean caloric value was 436kcal. The proteic quality of the FB cookies - lysine and threonine as limiting essential amino acids and C-PER about 2 - was superior than the control. The baked FB cookies cost (price/kg) was superior than the control, because the FB cost was about the double of the wheat flour and also the necessity to use higher quantities of ingredients in the formulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Composição de aminoácidos de gerações precoces de feijão obtidas a partir de cruzamentos com parental de alto teor de metionina/ Amino acid composition in common bean of early generations developed from cross with high methionine content parental

Ribeiro, Nerinéia Dalfollo; Londero, Patrícia Medianeira Grigoletto; Cargnelutti Filho, Alberto; Jost, Evandro
2010-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição de aminoácidos de gerações precoces de feijão, obtidas a partir de cruzamentos com parental de alto teor de metionina, e selecionar plantas F2 para o desenvolvimento de populações segregantes com alto teor de metionina. A partir do cruzamento entre BRS Valente e IAPAR 44 foram obtidas as gerações F1, F1 recíproco, F2, F2 recíproco, retrocruzamento 1 e retrocruzamento 2. Os aminoácidos foram quantificados por (mais) cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) e os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e de variáveis canônicas. Os aminoácidos - ácido aspártico, ácido glutâmico, glicina, prolina, tirosina, cisteína, metionina e treonina - apresentaram variabilidade genética. Gerações precoces com alto teor de metionina foram obtidas sem que tenha havido limitação na disponibilidade dos demais aminoácidos essenciais. As duas primeiras variáveis canônicas explicaram 99,28% da variação total dos genótipos e três grupos foram formados. Plantas da geração F2 poderão ser selecionadas pelo programa de melhoramento para o desenvolvimento de populações segregantes de feijão com alto teor de metionina. Resumo em inglês The objective of this research was to determine the amino acid composition in common bean early generations developed from controlled crossings with high methionine content parental, and to select F2 plants with high methionine content. BRS Valente and IAPAR 44 were crossed and the F1, F1 reciprocal, F2, F2 reciprocal, backcross 1 e backcross 2 generations were obtained. The amino acid contents were determinated by liquid chromatography of high performance (CLAE) and the (mais) data were submitted to analysis of variance and cannonical variables. Aspartic acid, glutamatic acid, glycine, proline, tyrosine, cysteine, methionine and threonine contents showed variability among genotypes. Early generations were obtained with high methionine content and essential amino acids contents were appropriate for consume. The first two cannonical variables explained 99.28% of the total variation of genotypes and three groups were formed. Plants of the F2 generation are able to be selected by breeding program for the development of segregation populations of common bean with high methionine content.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Dietas de diferentes densidades energéticas mantendo constante a relação energia metabolizável: nutrientes para codornas japonesas em postura/ Diets of different energetic densities, keeping constant the metabolizable energy: nutrients ratio, for laying Japanese quails

Moura, Guilherme de Souza; Barreto, Sergio Luiz de Toledo; Donzele, Juarez Lopes; Hosoda, Lúcia Reiko; Pena, Graciane de Miranda; Angelini, Marjorie Sartorelli
2008-09-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar os efeitos da redução da densidade energética das dietas no desempenho de codornas japonesas em produção mantendo-se constante a relação energia metabolizável (EM):nutrientes. Foram utilizadas 400 codornas japonesas com peso inicial de 155 ± 15,5 g e 76 a 160 dias de idade, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (densidades energéticas: 2.900, 2.800, 2.700, 2.600 e 2.500 kcal de EM/kg), oito repetiçõe (mais) s e dez aves por unidade experimental. Observou-se diferença no consumo de ração e na conversão alimentar por massa e por dúzia de ovos relacionada ao nível energético da dieta. Entretanto, as dietas não influenciaram os consumos de EM, proteína bruta, lisina, metionina+cistina e treonina, a produção de ovos, a produção de ovos comercializáveis, o peso e a massa de ovo, a eficiência energética por massa de ovo e por dúzia de ovos, o ganho de peso e a viabilidade das aves. Para codornas japonesas em postura, dietas contendo 2.900 e 2.800 kcal de EM/kg proporcionam melhor conversão alimentar por massa e por dúzia de ovos, respectivamente, quando se mantém a relação EM:nutrientes. Resumo em inglês The aim of this experiment was to evaluate the effects of energetic density reduction in diets in the performance of Japanese quail, keeping constant the metabolizable energy (ME) to nutrients ratio. A total of 400 Japanese quails with 155 g ± 5.5 g and 76 to 160 days old were distributes to a complete randomized experimental design with five energetic density, eight replicates and ten birds per experimental unit. Five energetic density in the diets was evaluated (2,900, (mais) 2,800, 2,700, 2,600, and 2,500 kcal ME/kg of diet) keeping constant the metabolizable energy to nutrients ratio. The birds were fullfed during all experimental period. It was observed difference for feed intake, feed conversion per egg mass and feed conversion per egg dozen related to energy level in the diet. However, the diets did not influence the intakes of energy, crude protein, lysine, methionine+cystine, threonine, egg production, commercial egg production, egg mass, energy efficiency per egg mass, energy efficiency per egg dozen, weight gain and quail viability. For Japanese quail in posture, diets with 2,900 and 2,800 kcal ME/kg provided better feed conversion per egg mass and feed conversion per egg dozen, respectively, when the metabolizable to nutrients ratio is kept.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Rendimento e composição das aguardentes de cana, laranja e uva com utilização de lecitina no processo fermentativo/ Yield and composition of sugar cane, orange and grape spirits using lecithin in the fermentation process

Cleto, Francisco Vicente Gaiotto; Mutton, Márcia Justino Rossini
2004-06-01

Resumo em português O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o efeito da adição de lecitina aos mostos de cana, laranja e uva sobre o rendimento e composição das aguardentes. O delineamento empregado para a análise estatística foi o de blocos casualizados, no esquema fatorial 2x3, empregando-se dois fatores - lecitina e mosto - em dois níveis para lecitina: ausência (índice um) e presença (índice dois); e em três níveis para mosto: cana, laranja e uva. A me (mais) todologia empregada foi a recomendada pelo setor aguardenteiro e as análises químicas dos componentes secundários foram realizadas por cromatografia gasosa e espectrofotometria. Pelos resultados, conclui-se que quando se adiciona lecitina aos mostos de cana, laranja e uva, o vinho obtido após a fermentação tem maior concentração de glicerol, e as aguardentes produzidas pela destilação têm maior concentração de isobutanol. Já nos mostos em que foi adicionada a lecitina, o rendimento alcoólico total das aguardentes foi menor do que nos mostos que não a recebeu. Os componentes secundários acetaldeído, acetato de etila e acidez total aumentaram com o aumento da acidez nos vinhos. Por outro lado, o propanol, isobutanol e álcool isoamílico aumentaram com os aumentos dos pH e das concentrações nos mostos, dos aminoácidos treonina, valina e leucina. A concentração do furfural foi maior nas aguardentes provenientes dos mostos de cana e laranja. Resumo em inglês The present research was carried out to evaluate the effect of lecithin addition into sugar cane, orange and grape musts on the spirits yield and composition. The statistical design was randomized blocks, in 2x3 factorial array, using two factors: lecithin and must, two levels for lecithin (absence and presence); and three levels for must (sugar cane, orange and grape). The method used in this work is recommended by mills. The measurement of by-products was made through g (mais) as chromatography and spectrophotometry. The results showed that the lecithin addition into sugar cane, orange and grape increased the concentration of glycerol in these musts as well as the concentration of butyl alcohol in the spirits, and decreased the total alcoholic yield. Acetaldehyde, ethyl acetate and total acidity increased with the elevation of the acidity. On the other hand, propanol-1, butyl and isoamyl alcohols, increased with the elevation of the pH of the fermenting musts and the concentration of the amino acids threonine, leucine and valine in the musts. Furfural content was greater in the spirits made from the sugar cane and orange musts.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Exigência de Lisina para Machos Castrados de Dois Grupos Genéticos de Suínos na Fase de Terminação, com Base no Conceito de Proteína Ideal/ Lysine Requirement for Castrated Males of Two Genetic Groups of Swine During Finishing Phase, Based on the Ideal Protein Concept

Moreira, Ivan; Gasparotto, Luiz Fernando; Furlan, Antônio Cláudio; Patrício, Valquíria Mayumi Ishida; Oliveira, Gisele Cristina de
2002-02-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento para determinar as exigências de lisina de machos castrados, em fase de terminação, de dois grupos genéticos de suínos, com base no conceito de proteína ideal. Foram utilizados 16 suínos do grupo genético comum (GGC) e 16 suínos do grupo genético melhorado (GGM), distribuídos em quatro tratamentos que consistiram de uma ração basal, à base de milho e farelo de soja, contendo 0,60% de lisina e outras três rações, acrescentando- (mais) se níveis crescentes de lisina para se obter 0,75, 0,90 e 1,05% de lisina total na ração. Adicionaram-se aminoácidos sintéticos (L-Lisina HCl, DL-metionina, L-treonina e L-triptofano), para manter os níveis de aminoácidos, de acordo com o perfil de proteína ideal. Foi feita a determinação das concentrações de nitrogênio da uréia plasmática (NUP). Fez-se a medição de características de carcaça in vivo, utilizando um aparelho de ultra-som Sono Grader e, ao final do período experimental, 12 animais de cada grupo genético foram abatidos e suas carcaças avaliadas, de acordo com o Método Brasileiro de Classificação de Carcaça. Não foi observado efeito (P>0,05) dos níveis de lisina sobre o NUP para os grupos genéticos. Para suínos do GGM em fase de terminação (53 a 92 kg de PV), a exigência de lisina total é superior a l,05%, enquanto, para o GGC (50 a 90 kg de PV), é de 0,60% de lisina total. Resumo em inglês A trial was carried out to determine lysine requirements for castrated males during finishing phase of two genetic swine groups, based on the ideal protein concept. Sixteen animals from genetic common group (GCG) were used and another sixteen, from the genetic improved group (GIG) were allotted to four treatments. The treatment consisted on a basal diets, based on corn and soybean meal containing 0.60% of lysine and other three diet, adding increasing lysine levels to ach (mais) ieve 0.75, 0.90 and 1.05% of total lysine. Synthetic amino acids were added (L-lysine HCl, DL-methionine, L-threonine and L-tryptophan) to keep amino acid levels according to the ideal protein profile. The plasma urea nitrogen (PUN) concentrations were recorded. The carcass traits were done with in vivo pigs using the Sono Grader ultra sound equipment. At the end of the experimental period, 12 animals were slaughtered and their carcasses were evaluated according to the Brazilian Method of Carcass Classification. It was observed no effect of lysine levels (LL) on PUN for different genetic groups. Lysine requirement for GIG pigs, during finishing phase (53 to 92 kg of live weight), is over 1.05%, whereas for GCG (50 to 90 kg of live weight) is 0.60% of total lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Diferentes critérios de formulação de rações para frangos de corte no período de 1 a 21 dias de idade/ Different criterion of feed formulation for broilers in the period 1 to 21 days of age

Araújo, LF; Junqueira, OM; Araújo, CSS; Artoni, SMB; Faria Filho, DE
2002-12-01

Resumo em português Dois experimentos foram realizados com o objetivo de avaliar diferentes critérios de formulação de rações, baseados em aminoácidos totais e digestíveis, para frangos de corte no período de 1 a 21 dias de idade. As dietas foram formuladas para atender às exigências de metionina, metionina+cistina, lisina e treonina. No primeiro experimento, foram utilizados 800 pintos machos, Hubbard, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com 4 critérios de form (mais) ulação, para atender às exigências em aminoácidos totais - NRC (1994), Rostagno et al. (1992), Degussa (1997) e AEC (1993), com 4 repetições de 50 aves. No segundo experimento, foram utilizados 600 pintos machos, Cobb, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com 3 critérios de formulação, para atender às exigências em aminoácidos digestíveis - Rostagno et al. (2000), Baker & Han (1994) e Degussa (1997), com 4 repetições de 50 aves. Foram avaliados ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar. Os resultados obtidos demonstraram não haver diferença no desempenho das aves ao serem alimentadas com diferentes critérios de formulação baseados em aminoácidos totais. Ao formular dietas com aminoácidos digestíveis, o padrão estabelecido por Baker & Han (1994) resultaram em melhor desempenho das aves no período avaliado. Resumo em inglês Two experiments were conducted with the objective of evaluate different criterion of feed formulation based on total and digestible amino acids for broilers from 1 to 21 days of age. The diets were formulated to attend methionine, methionine+cystine, lysine and threonine recommendations. In the first experiment, eight hundred males birds, Hubbard, were allocated in experimental design with four formulations criterions, for attempt recommendations in total amino acids - NR (mais) C (1994), Rostagno et al. (1992), Degussa (1997) e AEC (1993), with 4 replications of 50 broilers each, profiles of amino acids (methionine, methionine+cystine, lysine and threonine) for broilers. In experiment two, six hundred males birds, Cobb, were allocated in experimental design with three formulations criterions, for attempt recommendations in digestible amino acids - Rostagno et al. (2000), Baker & Han (1994) and Degussa (1997), with 4 replications of 50 broilers each, profiles of amino acids (methionine, methionine+cystine, lysine and threonine) for broilers. Weight gain, feed intake and feed conversion were evaluated. The obtained results demonstrated that there is no difference in performance of broilers fed with different criterion formulation based on total amino acids. Diets formulated with digestible amino acids, the standard established for Baker & Han (1994) resulting in best performance of broilers in the available period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Exigência de Lisina, com Base no Conceito de Proteína Ideal, para Suínos Machos Castrados de Dois Grupos Genéticos, na Fase de Crescimento/ Lysine Requirement Based on Ideal Protein Concept, for Growing Barrows from Two Genetic Groups

Gasparotto, Luiz Fernando; Moreira, Ivan; Furlan, Antonio Cláudio; Martins, Elias Nunes; Marcos Júnior, Maurício
2001-12-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento para determinar as exigências de lisina para suínos machos castrados, de dois diferentes grupos genéticos na fase de crescimento, com base no conceito de proteína ideal. Foram utilizados 16 suínos do grupo genético comum (GGC) e 16 suínos do grupo genético melhorado (GGM), distribuídos em um delineamento de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, duas repetições e dois animais por baia. Os tratamentos consistiram de uma ração ref (mais) erência, à base de milho e farelo de soja, contendo 0,75% de lisina e outras três rações, acrescentando-se níveis crescentes de lisina para se obter 0,90, 1,05 e 1,20% de lisina total na ração. Adicionou-se aminoácidos sintéticos (L-lisina HCl, DL-metionina, L-treonina e L-triptofano) para manter os níveis de aminoácidos, de acordo com o perfil de proteína ideal. Para o GGC (20 a 50 kg de peso vivo), as variáveis, consumo de ração diário (CRD), ganho de peso diário (GPD) e conversão alimentar (CA) não sofreram efeito dos níveis de lisina (NL). Observou-se efeito quadrático dos NL sobre o CRD e GPD para o GGM (24 a 45 kg de PV) de 0 a 14 e de 0 a 18 dias, mas não no período total de experimento. Não houve diferença entre GGC e GGM para a variável nitrogênio da uréia plasmática. A exigência de lisina total, baseado no conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados do GGM (24 a 45 kg de peso vivo) é de 1,00%, enquanto que para GGC (20 a 50 kg de peso vivo) é de 0,75%. Resumo em inglês A trial was carried out to determine the lysine requirements for barrows during growing phase from two genetic pig groups according to the ideal protein concept. Sixteen animals from genetic common group (GCG) were used and other sixteen ones, from the genetic improved group (GIG) were allotted in a randomized block design with four treatments two replicates and two pigs per pen. The treatments constituted of the basal diet, based on corn-soybean meal containing 0.75% of (mais) lysine and other three diets, adding increasing lysine levels to get 0.90; 1.05 and 1.20% of total lysine on diet. Synthetic amino acids (L-lysine HCl, DL-methionine, L threonine and L-tryptophan) were added to keep amino acid levels according to the ideal protein profile. For GCG (20 to 50 kg of live weight), lysine levels (LL) did not affect daily feed intake (DFI), daily weight gain (DWG) and feed conversion (FC). It was observed a quadratic effect of LL on DFI and DGW in GIG (24 to 45 kg of live weight), from 0 to 14 and from 0 to 18 days, but not through total period. There was no difference between GCG and GIG for plasma urea nitrogen (PUN). The total lysine requirement, based on ideal protein concept, of castrated growing pigs for GIG (24 to 45 kg of live weight) is 1.00%, while for GCG (20 to 50 kg of live weight) is 0.75%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Aminoácidos livres e uréia durante a fermentação do mosto de Cabernet Sauvignon com diferentes leveduras/ Free aminoacids and urea during fermentation of Cabernet Sauvignon musts with different yeasts

DUTRA, Sandra Valduga; DAUDT, Carlos Eugenio; SOUZA, Marcelo
1999-05-01

Resumo em português A análise de aminoácidos e uréia em mosto de Cabernet Sauvignon fermentado com diferentes leveduras, foram os principais objetivos desse trabalho. Cabernet Sauvignon foi utilizada por ser teoricamente uma cultivar com alto teor de prolina e baixo teor de arginina, em comparação com cultivares com alto teor e predominância de arginina. Os mostos foram coletados em Santana do Livramento, RS e transportados para a UFSM; lá foram dividos em dois lotes aos quais foram a (mais) dicionados diferentes leveduras: Saccharomyces cerevisiae Fermol Bouquet e Saccharomyces cerevisiae 2056. A análise dos aminoácidos foi realizada utilizando um analizador de aminoácidos marca Hitachi L-8500 conforme SANDERS e OUGH (21). Uréia foi determinada de acordo com ALMY e OUGH (1) modificado por PEREIRA e DAUDT (19). O aminoácido encontrado no mosto, em maior quantidade foi a prolina (847mg/l) seguido por arginina (235mg/l) e alanina (87mg/l). A maioria dos aminoácidos (exceção de prolina) foram consumidos pelas leveduras logo após o início da fermentação. A liberação máxima de uréia no meio coincidiu com o consumo máximo de arginina, que na fermentação com a levedura 2056 ocorreu à 19° Brix (2,7mg/l) e com a levedura Fermol Bouquet ocorreu com o mosto a 15° Brix (4,1mg/l). O teor de prolina permaneceu elevado durante todo o processo fermentativo, confirmando a pouca preferência das leveduras por este aminoácido. Os aminoácidos arginina, treonina, serina, aspartato e isoleucina, podem ser considerados melhores fontes de nitrogênio para as leveduras. Resumo em inglês The main aim of the fermentation of Cabernet Sauvignon Musts with different yeasts was the analysis of aminoacids and urea. The grape was chosen because its high proline and low arginine content.The grapes were harvested and crushed at the Almadén vineyard located in Santana do Livramento, RS, Brasil; the musts were transported to the Federal University of Santa Maria, Department of Food Science, where they were divided in two lots to which were added Saccharomyces cerev (mais) isiae Fermol Bouquet and Saccharomyces cerevisiae 2056. The analysis of the aminoacids was done using a Hitachi L-8500 aminoacid analyzer according to SANDERS and OUGH (21) and urea according ALMY and OUGH (1) modified by PEREIRA and DAUDT (19). Proline was found in the highest amount (847mg/l) followed by arginine (235mg/l) and alanine (87mg/l). The majority of the aminoacids fraction was used at the beginning of the fermentation with the exception of proline; this fact enfasized the low preference, by these yeasts, for this aminoacid. The aminoacids arginine, threonine, serine, aspartate and isoleucine can be considered better sources of nitrogen to the yeasts. The maximum excretion of urea in the must ocurred, with both yeasts, at the maximum arginine consumption, 2.7mg/l with the yeast 2056 at 19°Brix and 4.1mg/l with the yeast Fermol Bouquet at 15°Brix.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Níveis de proteína bruta e suplementação de aminoácidos em rações para leitoas mantidas em ambiente de conforto térmico dos 30 aos 60 kg/ Crude protein levels of ration with amino acid supplementation to gilts maintained in a thermal comfort environment from 30 to 60 kg

Orlando, Uislei Antonio Dias; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Ferreira, Aloízio Soares; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Generoso, Rafaela Antonia Ramos; Vaz, Roberta Gomes Marçal Vieira; Siqueira, Jefferson Costa de
2005-02-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento para determinar o nível de proteína bruta (PB) das rações com suplementação de aminoácidos para leitoas mestiças (Landrace x Large White) mantidas em ambiente de conforto térmico. Os animais (peso médio inicial de 30,1 kg) foram distribuídos em delineamento experimental inteiramente ao acaso, com cinco tratamentos (19, 18, 17, 16 e 15% de PB com suplementação de lisina metionina, triptofano, treonina e valina, para se manter a mes (mais) ma qualidade proteica), cinco repetições e dois animais por unidade experimental. As rações experimentais foram fornecidas à vontade até o final do experimento, quando os animais atingiram peso médio de 60,3 kg. O nível de PB da ração influenciou o ganho de peso diário e a conversão alimentar, mas não influiu no consumo de ração diário. A deposição de proteína não variou entre os níveis de 19 e 16% de PB da ração, enquanto os animais que consumiram a ração com menor nível de PB (15%) apresentaram o menor valor. Os tratamentos não influenciaram os pesos absoluto e relativo dos órgãos avaliados. Concluiu-se que o nível de PB da ração para leitoas dos 30 aos 60 kg mantidas em ambiente de conforto térmico pode ser reduzido de 19 para 15%, sem prejudicar o desempenho, desde que as rações sejam devidamente suplementada com os aminoácidos essenciais limitantes. Resumo em inglês An experiment was conduced to determine the crude protein (CP) level in diets with amino acids supplementation for gilts maintained in a thermal comfort environment. Fifty crossbreed crossbred gilts (Landrace x Large White) with initial average weight of 30.1 kg were allotted to a completely randomized experimental design, with five treatments (19, 18, 17, 16 and 15% of CP with supplementation of lysine, methionine, tryptophan, threonine and valine to maintain the same pr (mais) otein quality) five replicates and two animals per experimental unit. The experimental rations were fed ad libitum until the end of the experiment, when the animals reached the average weight of 60.3 kg. The CP level of the ration influenced the daily weight gain and the feed:gain ratio however the treatments did not influence the daily feed intake. The protein deposition (PD) did not change from 19 to 16% of CP of the diet. However the animals that fed diet with smaller level showed the lowest value of PD. The treatments did not influence the absolute and relative weights of all evaluated organs. It was concluded that the crude protein level, for gilts from 30 to 60 kg, maintained in thermal comfort environment can be reduced from 19 to 15% with no negative effect on performance since rations are supplemented with limiting essential amino acids

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Digestibilidade Ileal de aminoácidos de alguns alimentos, determinada pela técnica da cânula T simples com suínos/ Ileal digestibilities of amino acids in of some feedstuffs determined by simple canula T technique with swines

Apolônio, Lourdes Romão; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Souza, André Viana Coelho de; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Bünzen, Silvano
2003-06-01

Resumo em português Objetivou-se com este trabalho determinar os coeficientes de digestibilidade ileal aparente e verdadeira e de aminoácidos, utilizando-se a técnica da cânula T simples, com suínos. Foram utilizados oito suínos canulados, machos, castrados (Landrace x Large White). Os alimentos analisados foram: quirera de arroz, sorgo baixo tanino, farelo de trigo, milheto, leveduras de cana e de cerveja. As dietas contendo a quirera de arroz, sorgo, farelo de trigo e milheto como fon (mais) te de proteína foram formuladas para fornecer 7% de proteína bruta e as demais dietas contendo as leveduras de cana e de cerveja foram formuladas para fornecer 13% de proteína bruta. Foi adicionado 0,5% de óxido crômico nas dietas experimentais, como marcador de digestibilidade. A coleta da digesta foi feita após período de adaptação de cinco dias para determinação do consumo de ração, três dias para regularização do fluxo intestinal, num período de 24 horas, feitas a intervalos de 3 horas, começando logo após a alimentação. As amostras foram obtidas de digestas coletadas de grupos de dois animais. Entre os alimentos avaliados, a quirera de arroz, sorgo e milheto apresentaram os maiores coeficientes de digestibilidade verdadeira, enquanto os menores valores foram obtidos para o farelo de trigo. A treonina foi o aminoácido essencial de menor digestibilidade verdadeira na quirera de arroz, farelo de trigo e nas leveduras de cerveja e cana. A lisina foi o aminoácido menos digestível no sorgo e no milheto. Resumo em inglês The objective of this work was evaluate the apparent and true ileal digestibility of aminoacids feedstuffs, using the technique of simple canula T, with swines. Were used eight barrows canulated (Landrace x Large White). The feedstuffs evaluated were rice broked, low tanine sorghum, wheat bran, millet, brewer yeast and sugar cane yeast. The diets with rice broked, sorghum, wheat bran, millet as protein source were formulated to provide 7% of crude protein and the others d (mais) iets with brewer's and sugar cane yeasts were formulated to provide 13% of crude protein. Chromic oxide was used as digestibility marker. The collect of digest was made after adaptation period of five days para determination of feed intake and three days for the regularization of intestinal flux, for a period of 24 hours, in intervals of three hours beggining after the feed intake. The samples were obtained from digests collected from groups of two animals. Among the evaluated feedstuffs, the rice broked, sorghum and millet showed higher coefficients of true digestibility, while the lower values were obtained to wheat bran. Threonine was the essential aminoacid with lower digestibility in rice broked, wheat bran, brewer yeast and sugar cane yeast. Lysine was the aminoacid less digestible in sorghum and millet.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Valores de aminoácidos digestíveis verdadeiros e equações de predição dos aminoácidos digestíveis do grão e de subprodutos do trigo para aves/ Values of true digestible amino acids and prediction equations of digestible amino acids of wheat grain and wheat by-products for poultry

Nunes, Ricardo Vianna; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Gomes, Paulo Cezar; Nascimento, Adriana Helena do
2001-06-01

Resumo em português Foram determinados os coeficientes de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos e elaboradas equações de predição dos valores de aminoácidos digestíveis utilizando a composição química de 11 alimentos. Os alimento avaliados foram: farinha morena, farinha de trigo, trigo-grão, triguilho, gérmen de trigo, resíduo de biscoito, resíduo de macarrão e quatro farelos de trigo. Foi utilizado o método de "alimentação forçada" com galos cecectomizados. O delinea (mais) mento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 11 alimentos e um tratamento-jejum, seis repetições e um galo por unidade experimental. Os coeficientes médios de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos para farelo de trigo 1, farelo de trigo 2, farelo de trigo 3, farelo de trigo 4, farinha morena, farinha de trigo, resíduo de biscoito, resíduo de macarrão, trigo-grão, triguilho e gérmen de trigo foram 80,1; 76,7; 71,8; 74,5; 84,1; 94,1; 77,9; 90,1; 86,0; 90,3; e 93,1%, respectivamente. As equações de predição que melhor estimaram os valores de aminoácidos digestíveis verdadeiros foram aquelas que continham os conteúdos de proteína bruta (PB) e, ou, extrato etéreo (EE), para o aminoácido lisina, e proteína bruta (PB) e, ou, fibra em detergente neutro (FDN), para os aminoácidos metionina, metionina + cistina e treonina e a média dos aminoácidos essenciais, sendo as equações: Lis = -0,8805 + 0,0755*PB + 0,0268*EE (R² = 98%), Met = -0,0377 + 0,0183*PB - 0,0020*FDN (R² = 99%), M+C = 0,0982 + 0,0273*PB - 0,0021*FDN (R² = 92%), Treo = -0,2107 + 0,0401PB - 0,0020*FDN (R² = 96%), Essen = -0,1530 + 0,0451*PB - 0,0024*FDN (R² = 98%). Resumo em inglês The true digestibility coefficients of amino acids (TDCaa) were determined and digestible amino acids prediction equations obtained, using the chemical composition of 11 feedstuffs. The feedstuffs evaluated were: brown flour meal, wheat flour, wheat grain, wheat grain residue, wheat germ, cookies residue, macaroni residue and, four wheat brans. The method of "precision feeding" with cecectomized adult rooster was utilized. A randomized complete design was used, with 11 fe (mais) edstuffs and 1 fast, using six replications with 1 rooster per experimental unit. The average of TDC of amino acids, for the wheat bran 1, wheat bran 2, wheat bran 3, wheat bran 4, brown flour meal, wheat flour, cookies residue, macaroni residue, wheat grain, wheat grain residue, wheat germ meal were 80,1; 76,7; 71,8; 74,5; 84,1; 94,1; 77,9; 90,1; 86,0; 90,3 e 93,1%, respectively. The best prediction equations obtained for the TDCaa values were those using crude protein (CP) and/or ether extract (EE) for lysine and CP and/or neutral detergent fiber (NDF) for methionine, methionine + cystine, threonine and the average of the essential amino acids. The equations were: Lys = -0,8805 + 0,0755*CP + 0,0268*EE (R² = 98%), Met = -0,0377 + 0,0183*CP - 0,0020*NDF (R² = 99%), M+C = 0,0982 + 0,0273*CP - 0,0021*NDF (R² = 92%), Threo = -0,2107 + 0,0401CP - 0,0020*NDF (R² = 96%), Essen = -0,1530 + 0,0451*CP - 0,0024*NDF (R² = 98%).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Resistência do Mycobacterium tuberculosis à isoniazida por mutações em duas regiões diferentes do gene katG/ Isoniazid-resistant Mycobacterium tuberculosis strains arising from mutations in two different regions of the katG gene

Siqueira, Helio Ribeiro de; Freitas, Flávia Alvim Dutra de; Oliveira, Denise Neves de; Barreto, Angela Maria Werneck; Dalcolmo, Margareth Pretti; Albano, Rodolpho Mattos
2009-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar e comparar as mutações em duas regiões diferentes do gene katG, responsáveis pela resistência à isoniazida (INH). MÉTODOS: As análises foram feitas em 97 cepas de Mycobacterium tuberculosis multirresistentes isoladas de culturas de escarro provenientes do Centro de Referência Professor Hélio Fraga. Outras 6 cepas, sensíveis à INH, não apresentaram mutações e foram incluídas como controle. Duas regiões do gene katG (GenBank nº de acesso (mais) U06258) - região 1, do códon 1 até o códon 119, e região 2, do códon 267 até o códon 504 - foram amplificadas por PCR e sequenciadas para a identificação das mutações. RESULTADOS: Sete cepas eram resistentes à INH e não mostraram mutação nas duas regiões. Trinta cepas apresentaram mutações na região 1, que se caracterizou por um grande número de deleções, especialmente no códon 4 (24 cepas). A região 2 mostrou 83 mutações pontuais, principalmente no códon 315, com 73 casos de troca de serina (AGC) para treonina (ACC). A análise da região 2 permitiu o diagnóstico de resistência à INH em 81,4% das cepas. Nove cepas tiveram mutações somente na região 1, e isso permitiu o aumento de identificação de cepas resistentes à INH para 90,6%. CONCLUSÕES: O número de mutações do códon 315 foi elevado, compatível com os casos descritos no Brasil e em outros países, e a análise da região 1 aumentou a detecção de mutações em mais 9,2%. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze and compare the mutations in two different regions of the katG gene, which is responsible for isoniazid (INH) resistance. METHODS: We analyzed 97 multidrug-resistant Mycobacterium tuberculosis strains isolated in cultures of sputum samples obtained from the Professor Hélio Fraga Referral Center, in Brasília, Brazil. Another 6 INH-sensitive strains did not present mutations and were included as controls. We used PCR to amplify two regions of the kat (mais) G gene (GenBank accession no. U06258)-region 1, (from codon 1 to codon 119) and region 2 (from codon 267 to codon 504)-which were then sequenced in order to identify mutations. RESULTS: Seven strains were resistant to INH and did not contain mutations in either region. Thirty strains carried mutations in region 1, which was characterized by a high number of deletions, especially at codon 4 (24 strains). Region 2 carried 83 point mutations, especially at codon 315, and there was a serine-to-threonine (AGC-to-ACC) substitution in 73 of those cases. The analysis of region 2 allowed INH resistance to be diagnosed in 81.4% of the strains. Nine strains had mutations exclusively in region 1, which allowed the proportion of INH-resistant strains identified to be increased to 90.6%. CONCLUSIONS: The number of mutations at codon 315 was high, which is consistent with cases described in Brazil and in other countries, and the analysis of region 1 resulted in a 9.2% increase in the rate at which mutations were identified.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Dieta aminoacídica na determinação da perda endógena ileal de frangos de corte: uma proposta metodológica/ Aminoacidic diet in determining Ileal endogenous losses in broiler chickens: a methodological proposal

Brito, Claudson Oliveira; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Gomes, Paulo Cezar; Nery, Lídson Ramos; Silva, Eliane Aparecida da
2009-11-01

Resumo em português O objetivo neste estudo foi propor o uso de dieta livre de proteína (DLP) combinada com um complexo de aminoácidos sintéticos (AA) como metodologia para determinação da perda endógena de aminoácidos e proteínas em frangos de corte, visto que o fluxo endógeno normal é subestimado com o uso da DLP. Utilizaram-se 84 frangos de corte machos, Ross 308, de 17 a 22 dias idade, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, totalizando dois tratamentos com seis (mais) repetições e sete aves por unidade experimental. A partir dos resultados das análises, foram determinadas as perdas endógenas de aminoácidos. Não foi observada diferença na perda endógena de proteína e de aminoácidos entre os frangos de corte alimentados com a DLP e a DLP+AA, exceto dos aminoácidos não-essenciais cistina (0,216 × 0,162 mg/g matéria seca ingerida, MSI) e serina (0,432 × 0,356 mg/g MSI), que foram maiores nas aves alimentadas com DLP+AA em comparação àquelas que receberam a DLP, respectivamente. Com exceção dos aminoácidos lisina, triptofano, arginina, leucina e histidina, as perdas de todos os demais foram numericamente maiores nas aves que receberam a DLP+AA. Em ambas as dietas (DLP e DLP+AA), os aminoácidos com menor perda foram metionina (0,087 e 0,096 mg/kg MSI) e triptofano (0,079 e 0,066 mg/kg MSI) e os de maior perda, treonina (0,481 e 0,600 mg/kg MSI) e ácido glutâmico (0,623 e 0,648 mg/kg MSI). O uso de DLP+AA é uma metodologia alternativa ao uso da dieta livre de proteína para determinação da perda endógena de aminoácidos e proteína em frangos de corte. Resumo em inglês The objective of the present study was to propose the use of protein free diet (PFD) associated with synthetic amino acids (AA) as method to determine the amino acid and protein endogenous loss in broiler chicks, as the normal endogenous flux is underestimated in PFD use. Eighty-four Ross 308 male chickens were used, aged from 17 to 22 days in a randomized complete design, totaling two treatments with six replications, with seven birds per experimental unit. The endogenou (mais) s amino acid losses were determined from the results of the analyses. No difference was observed in the endogenous losses of protein and amino acids in broilers fed with PFD+AA or PFD, except for the nonessential amino acid cystine (0.216 × 0.162 mg/g Dry Matter Intake, DMI) and serine (0.432 × 0.356 mg/g DMI), that was greater in birds fed with PFD+AA than in those fed PFD, respectively. With the exception of lysine, tryptophan, arginine, leucine and histidine, all other amino acids were lost in a considerable amount when the birds received PFD+AA. In both diets, the amino acids with lowest losses were methionine (0.087 and 0.096 mg/kg DMI) and tryptophan (0.079 and 0.066 mg/kg DMI) and the greatest losses were threonine (0.481 and 0.600 mg/kg DMI) and acid glutamic (0.623 and 0.648 mg/kg DMI). The use of PFD+AA is an alternative method to the use of the protein-free diet to determine the endogenous loss of amino acids in broiler chickens.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Redução da proteína em dietas para tilápias-do-nilo por meio da suplementação de aminoácidos com base no conceito de proteína ideal/ Protein reduction in diets for Nile tilapia by amino acids supplementation based on the ideal protein concept

Righetti, José Sérgio; Furuya, Wilson Massamitu; Conejero, Celso Ivan; Graciano, Thêmis Sakaguti; Vidal, Luiz Vítor Oliveira; Michellato, Mariana
2011-03-01

Resumo em português Este trabalho foi realizado para avaliar os efeitos da redução da proteína da dieta, por meio da suplementação com aminoácidos sintéticos, sobre o desempenho produtivo, a digestibilidade e o diâmetro da fibra muscular de tilápias-do-nilo. Os aminoácidos (lisina, metionina, treonina e arginina) foram suplementados de forma a manter o perfil de aminoácidos da dieta-referência. Foram utilizados 160 peixes com peso vivo médio inicial de 105,7 ± 2,5 g, distribuí (mais) dos em 16 tanques (1 m³ cada) e alimentados com dietas contendo 26,74; 25,82; 23,09 ou 22,16% de proteína digestível durante 110 dias. Não foi observado efeito dos níveis de proteína nas dietas sobre o ganho de peso diário, o índice hepatossomático, a gordura visceral, o rendimento de filé, os teores corporais de umidade, proteína bruta e cinzas, o teor de cinzas no filé, a taxa de sobrevivência e o diâmetro das fibras do músculo dorsal. Com a redução dos níveis de proteína na dieta, foi observada redução linear dos coeficientes de digestibilidade aparente da energia bruta, proteína bruta, extrato etéreo e fósforo das dietas. Houve efeito quadrático dos níveis de proteína sobre a conversão alimentar, a taxa de eficiência proteica, a retenção de nitrogênio, o nitrogênio excretado, a umidade no filé, a gordura corporal e no filé e proteína no filé, de modo que os melhores valores foram estimados com 24,53; 24,25; 24,04; 25,15; 24,67; 24,14; 24,34; 25,11% de proteína digestível, respectivamente. É possível reduzir, de 26,74 para 24,53%, a proteína digestível em dietas para tilápias-do-nilo na fase de 100 a 500 g. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the effects of reduction of protein in diets for Nile tilapia by supplementation of synthetic amino acids on performance, digestibility and diameter of muscle fiber of Nile tilapias. The amino acids (lysine, methionine, threonine and arginine) were supplemented to keep the profile of amino acids in the reference diet. It was used 160 fish with initial live weight of 105.7 ± 2.5 g, distributed in 16 tanks (1 m³ each tank) fed di (mais) ets containing 26.74; 25.82; 23.09 or 22.16% of digestible protein for 110 days. It was not observed any effects of protein levels in the diets on daily weight gain, hepatosomatic index, visceral fat, fillet yield, carcass humidity, crude protein and ash, fillet ash, survival rate and on the white muscle fiber diameter. A linear decrease on apparent digestibility coefficients, gross energy, crude protein, ether extract and phosphorus was observed when protein levels in the diet were reduced. There was a quadratic effect on feed conversion ratio, protein efficiency rate, nitrogen retention, nitrogen excretion, fillet humidity, carcass and fillet fat and fillet protein, in which the best-fit responses were estimated with 24.53, 24.25, 24.04, 25.15, 24.67, 24.14, 24.34 and 25.11% of digestible protein, respectively. It is possible to reduce the dietary protein level from 26.74 to 24.53% for Nile tilapia 100 to 500-g phase.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Efeito das dietas de baixo teor de proteína bruta, suplementadas com aminoácidos, para leitões machos castrados (15 a 30 kg)/ Effect of low protein diets with amino acid supplementation on barrow starting (15 to 30 kg)

Oliveira, Gisele Cristina de; Moreira, Ivan; Furlan, Antônio Claúdio; Bastos, Alexandre Orio; Fraga, Alessandro Luís
2004-12-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento, objetivando avaliar o efeito de dietas de baixo teor de proteína bruta, suplementadas com aminoácidos, sobre o desempenho de leitões machos castrados na fase inicial. Foram utilizados 40 suínos geneticamente melhorados, de linhagem fêmea comercial, distribuídos em delineamento experimental de blocos inteiramente casualizados, com quatro tratamentos, cinco blocos e dois animais por unidade experimental. Os quatro tratamentos foram: 18,73 (mais) % P 0,96% L - dieta à base de milho e de farelo de soja, contendo 18,73% de PB e 0,96% de lisina digestível; 16,86%P + L - dieta com nível de proteína 10% menor que o tratamento anterior, porém com nível de lisina corrigido; 16,86%P +L+M+T - dieta com nível de proteína 10% menor que a do primeiro tratamento. Os níveis de lisina, metionina + cistina e treonina foram corrigidos, com a adição de aminoácidos sintéticos, para atender ao padrão de proteína ideal; 17,79%P+L+M+T - semelhante ao tratamento anterior, porém com o nível de proteína 5% menor que o do primeiro tratamento. Não houve efeito sobre as variáveis de desempenho estudadas, nos períodos 0-14, 14-21 e 0-21 dias de avaliação do experimento. A redução da PB, com correção dos aminoácidos, permitiu diminuir o nitrogênio da uréia plasmática (NUP). O custo em ração, por quilograma de peso vivo ganho, foi semelhante para todos os tratamentos. Os resultados indicam que o uso de dietas de baixo teor de proteína bruta, com suplementação de aminoácidos sintéticos, com base no conceito de proteína ideal, não prejudica o desempenho e as variáveis econômicas e, ainda, proporciona redução da excreção de nitrogênio. Resumo em inglês A trial was carried out to evaluate the effect of low crude protein (CP) diets, supplemented with amino acids, on the starting barrows performance. Forty barrows genetically improved, of commercial dam line, were allotted to an experimental randomized complete block design, with four treatments, five blocks and two animals per experimental unit. The four treatments were: 18.73% P .96% L - corn-soybean meal diet containing 18.73% of CP and 0.96% of digestible lysine; 16.86 (mais) %P + L - it was constituted of a diet with 10% lower CP than previous and the lysine level was corrected; 16.86%P +L+M+T - it was formulated a diet with 10% lower CP than first treatment. The lysine, methionine + cystine and threonine level were corrected, with synthetic amino acids, to reach the ideal protein pattern; 17.79%P+L+M+T - it was similar to previous, however with 5% lower CP than that one obtained in the first treatment. There was no effect on performance, in the periods 0-14, 14-21 and 0-21 days of evaluation. The CP reduction was effective to decrease the plasma urea nitrogen (PUN). The cost in diet, per kilogram of gained live weight, was the same for all the treatments. The results indicated that diets with low crude protein, with synthetic amino acids supplementation, based on the ideal protein concept, do not impair the performance and economic variables, and furthermore provided the reduction in the nitrogen excretion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Farinha integral de trigo germinado: 3. Características nutricionais e estabilidade ao armazenamento/ Whole flour of germinated wheat: 3. Nutritional characteristics and storage stability

Miranda, Martha Zavariz de; El-Dash, Ahmed
2002-12-01

Resumo em português O trigo (Triticum aestivum L.) é usado principalmente para alimentação humana, na forma de farinhas. A germinação pode ser útil para melhorar a qualidade protéica, bem como a de outros nutrientes do trigo, e a estabilidade das farinhas produzidas de trigo germinado é desconhecida. Assim, este trabalho investigou, em laboratório, o efeito da germinação sobre algumas características nutricionais e sobre a estabilidade ao armazenamento de farinhas integrais de tr (mais) igo germinado por 48 (FITG48), 72 (FITG72) e 96 horas (FITG96). O perfil de aminoácidos das FITGs foi considerado bom, quando comparado com o da farinha controle e com o do padrão teórico da FAO para pré-escolares (2-5 anos). Somente a lisina (primeiro aminoácido limitante) e a treonina das FITGs mostraram valores mais baixos que o do citado padrão. O escore químico (em torno de 56-57) e o escore de aminoácidos corrigido pela digestibilidade protéica (em torno de 54-58) foram mais altos nas FITGs que na farinha integral controle (48 e 42, respectivamente). Com base nesses resultados, as características nutricionais das FITGs foram melhoradas pela germinação de trigo. Com relação à estabilidade ao armazenamento, o pH diminuiu e a acidez álcool-solúvel aumentou de acordo com o tempo de germinação de trigo. As FITGs foram estáveis até 4 meses de armazenamento, com exceção da FITG96, que apresentou alto nível de acidez álcool-solúvel, provavelmente devido à rancidez hidrolítica. O hexanal, uma medida da deterioração oxidativa, foi encontrado somente na farinha controle; nas FITGs não foi detectado, indicando boa estabilidade oxidativa durante 6 meses de armazenamento. Resumo em inglês Wheat (Triticum aestivum L.) is used mainly as human food in the form of flour. Germination may be useful to improve the quality of protein, and possibly other nutrients in wheat. Since the stability of flours produced from germinated grains is little known, this work investigated the effect of wheat germination on some nutritional characteristics and storage stability of whole wheat flour from grain germinated for 48 (WFGW48), 72 (WFGW72), and 96 hours (WFGW96). The amin (mais) o acid profiles of the WFGWs were considered good when compared with the control whole flour and the FAO standard for pre-school-aged children (2-5y). Only lysine (first limiting amino acid) and threonine were lower in the WFGWs than in the reported standard. Chemical score (about 56-57) and protein digestibility-corrected amino acid score (about 54-58) were higher in the WFGWs than in the control whole flour (48 and 42, respectively). Upon storage, the pH was observed to decrease and water-soluble acidity to increase as a function of germination time. WFGWs were stable up to 4 months of storage, except for WFGW96, which showed high water-soluble acidity probably due to hydrolitic rancidity. Hexanal, a measure of oxidative deterioration, was found only in the control whole flour; it was not detected in the WFGWs, indicating a good oxidative stability during 6 months of storage. On the basis of such results, germination improved both nutritionally and the storage stability of wheat.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Digestibilidade do extrato de leveduras em frangos de corte/ Yeast extract digestibility for broilers

Silva, Vanessa Karla; Amoroso, Lizandra; Fukayama, Ellen Hatsumi; Dourado, Leilane Rocha Barros; Moraes, Vera Maria Barbosa de
2009-10-01

Resumo em português O objetivo neste trabalho foi determinar a composição química e de energia metabolizável e os coeficientes de digestibilidade da matéria seca, proteína bruta e dos aminoácidos contidos no extrato de leveduras fornecido para frangos de corte. Dois ensaios de metabolismo foram conduzidos: no primeiro ensaio, foram utilizados 200 frangos de corte machos Cobb-500® com 14 dias de idade alojados em baterias metálicas, distribuídos em delineamento inteiramente casualiz (mais) ado em grupos de 10 aves por unidade experimental. Utilizou-se o método de coleta total para determinar a energia metabolizável aparente (EMA) e aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio (EMAn) e os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca e da proteína bruta. No segundo ensaio, foi utilizado o método da alimentação forçada em oito galos cecectomizados para determinação do coeficiente de digestibilidade dos aminoácidos. O delineamento experimental foi em blocos casualizados repetidos no tempo, com um grupo de cinco aves recebendo o extrato de leveduras e outro com três aves mantidas em jejum para determinação das perdas endógenas de aminoácidos. Para avaliação da composição química do ingrediente, foram determinados os teores de bruta (PB), matéria seca (MS), energia bruta (EB) e aminoácidos. O extrato de leveduras contém em média 92,49% de MS, 48,07% de PB, 4.883 kcal de EB/kg e 2.073 kcal de EMAn/kg e coeficientes de digestibilidade de 65,79% da matéria seca, 65,47% da proteína bruta e 99,42% dos aminoácidos em frangos de corte. Os aminoácidos em maior proporção no extrato de leveduras são ácido glutâmico, leucina, ácido aspártico, alanina, prolina, lisina, valina, serina, isoleucina, glicina e treonina. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the chemical composition, metabolizable energy, the digestibility coefficients of dry matter, crude protein and the amino acids contained in yeast extract supplied to broiler chickens. Two metabolism assays were carried out. In the first assay, 200 14-day old Cobb-500® male broiler chickens were used kept in metallic cages in a randomized complete design in groups of 10 birds per experimental unit. The total excreta collection (mais) method was used to determine the apparent metabolizable energy (AME) and apparent corrected by the nitrogen balance (AMEn) and the apparent digestibility coefficients of the dry matter and crude protein. The second assay used the forced feeding method in eight roosters which were cecectomized to determine the amino acid digestibility coefficient. The experimental design was randomized blocks repeated in time, with a group of 5 roosters that received the yeast extract and another group of 3 fasted roosters to determine the endogenous losses of amino acids. The yeast extract contained on average 92.49% DM, 48.07% CP, 4.883 kcal GE/kg and 2.073 kcal EMAn/kg and digestibility coefficients of 65.79% dry matter, 65.47% crude protein and 99.42% amino acids in broilers. The largest proportion of amino acids in the yeast extract was glutamic acid, leucine, aspartic acid, alanine, proline, lysine, valine, serine, isoleucine, glycine, and threonine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Digestibilidade ileal e perdas endógenas de aminoácidos de dietas com óleo de soja para suínos em crescimento/ Ileal digestibility and endogenous losses of amino acids in soybean oil diets to growing pigs

Almeida, Erin Caperuto de; Fialho, Elias Tadeu; Cantarelli, Vinícius de Souza; Zangeronimo, Márcio Gilberto; Pereira, Renata Apocalypse Nogueira; Rodrigues, Paulo Borges
2007-08-01

Resumo em português Este trabalho foi conduzido para avaliar o efeito de diferentes níveis de óleo de soja sobre as perdas endógenas e a digestibilidade ileal aparente e verdadeira dos aminoácidos em dietas para suínos em crescimento. Foram testadas quatro dietas isoprotéicas, à base de milho e farelo de soja, formuladas segundo as exigências para essa fase e suplementadas com níveis crescentes de óleo de soja (0,0; 1,5; 3,0; 4,5%) e 0,25% de óxido crômico como indicador de indig (mais) estibilidade. Dezesseis suínos canulados (cânula T simples), com 48,0 ± 6,0 kg, foram distribuídos em um delineamento em blocos casualizados, com base no peso dos animais. Não houve efeito dos níveis óleo de soja sobre os coeficientes de digestibilidade ileal aparente de glutamato, glicina, arginina, alanina, prolina, tirosina, histidina e lisina. Observaram-se efeito linear da suplementação com níveis de óleo de soja nos coeficientes de digestibilidade ileal aparente e verdadeira de serina e treonina e efeito quadrático da suplementação de óleo de soja sobre os coeficientes de digestibilidade ileal aparente e verdadeira de valina, fenilalanina, total de aminoácidos não-essenciais e total de aminoácidos essenciais. Os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeira de arginina e tirosina também apresentaram efeito quadrático da suplementação de óleo de soja. Melhores valores de digestibilidade ileal aparente e verdadeira dos aminoácidos não-essenciais e essenciais são obtidos com adição de 2,8 a 3,0% de óleo de soja à dieta de suínos em crescimento. Resumo em inglês The present experiment was conducted to evaluate the effect of the different levels of soybean oil on endogenous losses, apparent and true ileal digestibility of amino acids in growing pigs diets. Four isoprotein corn and soybean meal based diets meeting the nutritional requirements for this phase, supplemented with crescent levels of soybean oil, (0.0, 1.5, 3.0, and 4.5) were evaluated. Chromic oxide (0.25%) was added to serve as digestibility marker. Sixteen cannulated (mais) pigs (simple T-cannula), with weight of 48.0 ± 6.0 kg, were distributed to a complete randomized block design, based in the animal weight. There was no effect of the supplement of soybean oil levels on the apparent ileal digestibility coefficients of glutamate, glycine, arginine, alanine, proline, tyrosine, histidine and lysine. A linear effect was observed with the supplementation of soybean oil levels to the true and apparent ileal digestibility coefficient of threonine and serine and a quadratic effect on the true and apparent ileal digestibility coefficients of valine, phenylalanine, total of non-essential amino acids and total of essential amino acids. True ileal digestibility coefficients of arginine and tyrosine, also showed quadratic effect of soybean oil supplementation. Better values of true and apparent ileal digestibility of essential and non-essential amino acids are obtained with the addition of 2.8 to 3.0% of soybean oil to diets for growing pigs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Exigências Líquidas de Aminoácidos para Ganho de Peso de Nelores Não-Castrados/ Net Amino Acids Requirements for Weight Gain of Nellore Bulls

Silva, Fabiano Ferreira da; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Ítavo, Luís Carlos Vinhas; Veloso, Cristina Mattos; Valadares, Rilene Ferreira Diniz; Cecon, Paulo Roberto; Moraes, Eduardo Henrique Bevitori Kling de; Paulino, Pedro Veiga Rodrigues
2002-01-01

Resumo em português Foram utilizados 40 novilhos Nelore inteiros, com peso vivo médio inicial de 240 kg, sendo quatro novilhos de referência, quatro alimentados para mantença e o restante distribuído em oito tratamentos, com quatro diferentes níveis de concentrado nas dietas (20; 40; 60 e 80%) e dois níveis de proteína bruta (PB) (15 e 18%). A fase de recria foi avaliada até 360 kg de peso vivo e a fase de engorda, até 450 kg de peso vivo. O volumoso utilizado foi feno de capim Tyft (mais) on (Cynodon dactylon). Após o abate, todas as partes do corpo do animal foram pesadas e amostradas. As amostras foram liofilizadas para determinação de matéria seca, pré-desengorduradas com éter e, posteriormente, moídas e determinados os teores de aminoácidos. As exigências líquidas de aminoácidos para ganho de peso foram calculadas segundo o método fatorial, no qual o ganho de proteína foi multiplicado pela composição aminoacídica do corpo vazio. A exigência líquida de aminoácidos para mantença foi estimada. A soma das exigências metabolizável para mantença e ganho compôs a exigência total de aminoácidos metabolizáveis. As exigências líquidas para ganho de aminoácidos diminuíram com o aumento do peso vivo do animal. A exigência total de aminoácidos metabolizáveis, expressos em % do total de aminoácidos essenciais, não variou muito com o aumento do peso vivo, obtendo-se valores médios de 2,66; 15,11; 6,09; 8,64; 9,26; 18,48; 8,33; 12,01; e 19,41 para metionina, lisina, histidina, fenilalanina, treonina, leucina, isoleucina, valina e arginina, respectivamente. Resumo em inglês Forty Nellore bulls, with 240 kg initial live weight (LW), were used. Four were reference bulls, four were fed for maintenance, and the remaining were allotted to eight treatments, with four different concentrate levels in the diets (20, 40, 60 and 80%) and two levels of crude protein (CP) (15 and 18%). The growing phase was evaluated up to 360 kg of LW and the fattening phase, up to 450 kg of LW. The roughage used was Tyfton bermudagrass hay (Cynodon dactylon). After sla (mais) ughter, all animal body parts were weighed and sampled. The samples were freeze dried to determine the dry matter, pre-degreased with ether, grinded and the concentrations of amino acids were determined. The net amino acids requirements for gain were calculated according to the factorial method, where the protein gain was multiplied by the empty body amino acids composition. The net amino acids requirements for maintenance were estimated. The sum of the metabolizable requirements for maintenance and gain composed the total metabolizable amino acids requirements. The net amino acids requirements for gain decreased with the increase of the animals live weight. The total metabolizable amino acids requirements, expressed in percentage of the total essential amino acids, did not change a lot as live weight increased, and the mean values were 2.66, 15.11, 6.09, 8.64, 9.26, 18.48, 8.33, 12.01, and 19.41 for methionine, lysine, histidine, phenylalanine, threonine, leucine, isoleucine, valine and arginine, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Determinação das perdas endógenas e da digestibilidade ileal da proteína e dos aminoácidos em suínos utilizando-se duas técnicas/ Use of different techniques to determine endogenous losses and ileal digestibility of protein and amino acids for swine

Costa, Leidimara Feregueti; Lopes, Darci Clementino; Freitas, Letícia Silva de; Hannas, Melissa Izabel; Pupa, Júlio Maria Ribeiro; Corassa, Anderson
2008-07-01

Resumo em português Objetivou-se neste estudo determinar os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeira da proteína e dos aminoácidos digestíveis de um extrato protéico de levedura utilizando-se duas técnicas - dieta isenta de proteína (DIP) e dieta com caseína hidrolisada enzimaticamente (CHE) - para determinação das perdas endógenas de proteína, aminoácidos e nitrogênio. Foram utilizados 12 suínos mestiços, machos castrados, com peso médio de 35 kg, submetidos previame (mais) nte a cirurgia para implantação da cânula T simples. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com três tratamentos (dieta com CHE; dieta isenta de proteína (DIP); e dieta com 23% do extrato protéico de levedura - ingrediente teste), quatro repetições e um animal por unidade experimental. As perdas endógenas de ácido glutâmico, ácido aspártico, lisina, arginina e serina diferiram entre as dietas; os maiores valores foram obtidos nos animais que receberam a dieta com CHE. O maior valor de perda endógena do aminoácido glicina foi determinado nos animais alimentados com a dieta DIP. Os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeira de metionina, treonina, triptofano e serina determinados pelas perdas endógenas utilizando-se a dieta CHE foram superiores àqueles determinados utilizando a dieta DIP. As quantidades das secreções protéicas e de aminoácidos obtidas pela técnica da CHE foram maiores que as determinadas pela técnica da DIP. Os coeficientes de digestibilidade verdadeira da proteína foram menores e os dos aminoácidos, maiores, quando determinados pela técnica CHE. Resumo em inglês The objective of this study was to determine the true ileal digestibility coefficients of the protein and digestible amino acid of a yeast protein extract using two techniques - diet without protein (DIP) and diet with enzime-hydrolysed casein (CHE) - for the determination of protein amino acid and nitrogen losses. Twelve half-breed barrows were used, with average weight of 35 kg, previously submitted to a surgery for "T" simple cannula implantation. A completely randomiz (mais) ed experimental design with three treatments, four replications and one animal per experimental unit was used. The treatments diets with CHE, DIP diet with 23% CP were constituted by yeast protein extract. Endogenous losses of glutamic acid, aspartic acid, lysine, arginine and serine differ among diets, the higher values were observed for animals consumed CHE diet. The higher endogenous losses values observed for glycine was determined in the animals fed DIP diet. The true ileal digestibility coefficients of methionine, threonine, tryptophan and serine determined with the endogenous losses using CHE diet were higher than those determined using DIP diet. The amounts of protein and amino acids secretions obtained by using CHE technique were higher than those obtained by the DIP technique. True protein digestibility coefficients of protein were lower and amino acid higher when determined by CHE technique.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Predição do conteúdo de aminoácidos essenciais do grão de milho/ Prediction of essencial amino acid content of corn grain

Piovesan, Vanessa; Oliveira, Vladimir de; Araújo, Jocélio dos Santos
2010-06-01

Resumo em português O experimento foi conduzido para determinar a relação entre aminoácidos e frações nitrogenadas do grão de milho (Zea mays L.) e verificar a possibilidade de utilizar tais relações para estimar o conteúdo de alguns aminoácidos. Selecionaram-se 45 amostras de diferentes híbridos de milho cultivados na região oeste do Paraná que foram agrupadas em três categorias, de acordo com o teor de proteína bruta (baixo, médio e alto). Posteriormente, retirou-se uma sub (mais) amostra aleatória dentro de cada uma das categorias anteriores, que resultou em uma sub amostra de 15 milhos, os quais foram submetidos à análise de aminoácidos e teor de nitrogênio não-protéico (NNP). O conteúdo de proteína bruta corrigida (PBc) foi obtida descontando-se a concentração de NNP dos valores de proteína bruta. A estrutura de relação entre as variáveis foi estudada por correlação de Pearson e os modelos de regressão linear ajustados pelo método dos quadrados mínimos. Os coeficientes angulares das retas dos primeiros aminoácidos limitantes para aves e suínos (lisina, metionina e treonina) foram positivos e significativos (LIS=0,1080+0,0140PB, R²=0,39; MET=0,1015+0,0084PB, R²=0,43, TRE=0,1268+0,0184*PB, R²=0,51). Contudo, os coeficientes de determinação das equações foram abaixo de 0,51, indicando que a PB explica apenas uma parte da variação no conteúdo de aminoácidos do grão de milho. A predição dos aminoácidos essenciais não melhorou com a utilização da PBc como variável independente. Conclui-se que não é possível estimar, com a precisão adequada, o conteúdo de aminoácidos essenciais do grão de milho, utilizando-se como variáveis independentes a proteína bruta ou a proteína bruta corrigida. Resumo em inglês An experiment was conducted to evaluate the relationship between amino acids and nitrogen fractions of corn grain (Zea mays L.) and verify whether it is possible to use such relations to estimate amino acid contents. Forty five samples of corn hybrids cultivated in West of the State of Paraná were obtained and grouped in three categories according to the level of crude protein (low, medium and high). Afterwards, a random sub-sample was taken from each of the previous cat (mais) egories, resulting in a sub-sample of 15 corn hybrids that were taken out and submitted to amino acid and non-protein nitrogen (NNP) analysis. The content of corrected crude protein (CCP) was obtained by reducing the NNP concentration of CP values. The relation between variables was studied by Pearson Correlation and lineal regression models adjusted by the minimum square method. The angular coefficients of the first limiting amino acids for birds and swine (lysine, methionine and threonine) were positive and significant (LYS=0.1080+0.0140CP, R²=0.39; MET=0.1015+0.0084CP, R²=0.43, THR=0.1268+0.0184CP, R²=0.51). However, the determination coefficients of equations were lower than 0.51, showing that CP explains only part of the variation in the amino acid content of corn grain. The prediction of limiting amino acids did not improve when CCP was used as an independent variable. Based on the regression analysis, it is not possible to estimate precisely the content of essential amino acids of corn grain using as independent variables crude protein or corrected crude protein.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Níveis de proteína bruta e suplementação de aminoácidos em rações para leitoas dos 30 aos 60 kg mantidas em ambiente de alta temperatura/ Dietary crude protein levels and amino acid supplementation for gilts from 30 to 60 kg maintained in a high environmental temperature

Orlando, Uislei Antonio Dias; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Generoso, Rafaela Antonia Ramos; Siqueira, Jefferson Costa de
2007-10-01

Resumo em português Foi realizado um estudo para avaliar níveis de proteína bruta (PB) e suplementação de aminoácidos em rações para leitoas mantidas em ambiente de alta temperatura (temperatura do ar de 30ºC, umidade relativa de 66,1% e ITGU calculado de 79,7) na fase de crescimento. Foram utilizadas 50 leitoas mestiças (Landrace ´ Large White) com peso inicial médio de 30,2 kg, em delineamento experimental inteiramente ao acaso, com cinco tratamento (mais) s e cinco repetições de dois animais por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de cinco níveis de PB (19, 18, 17, 16 e 15%) na ração e da suplementação com lisina, metionina, triptofano, treonina e valina para manutenção da mesma qualidade protéica da ração. As rações experimentais foram fornecidas à vontade até o final do experimento, quando os animais atingiram o peso médio de 60,1 kg. Não se observou efeito do nível de proteína bruta da ração sobre o desempenho dos animais (consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar). A deposição de proteína na carcaça também não foi influenciada pela redução do nível de PB da ração, pois os animais alimentados com a ração com 18% de PB apresentaram os maiores valores. Os níveis de PB na ração não influenciaram os pesos absoluto e relativo dos órgãos dos animais. O nível de PB da ração pode ser reduzido em até 4% (de 19 para 15% de PB), pois essa redução não altera o desempenho de leitoas mantidas em ambiente de alta temperatura na fase dos 30 aos 60 kg, desde que as rações sejam devidamente suplementadas com todos os aminoácidos essenciais. Resumo em inglês An experiment was conduced to evaluate crude protein (CP) levels and amino acid supplementation for gilts from 30 to 60 kg maintained in a high environmental temperature (air temperature of 30ºC; relative humidity of 66.1% and BGHI of 79.7). Fifty crossbreed gilts (Landrace X Large White) with an average initial weight of 30.2 kg were allotted to a randomized experimental design with five treatments and five replications and two animals per experimental unity. The treatm (mais) ent consisted of five levels o CP (19, 18, 17, 16, and 15%) in the ration and of the supplementation with lysine, methionine, tryptophan, threonine and valine to maintain the same protein quality of the ration. The experimental diets were given ad libitum until the end of the experiment when the animals reached the average weight of 60.1 kg. No effect of dietary level of crude protein was observed on pig performance (feed intake, weight gain and feed:gain ratio). Neither carcass protein deposition was influenced by reduction of dietary of dietary level of CP. Animals fed 18% CP showed the best carcass protein deposition. The protein levels did not influence the absolute and relative weights of the pig organs. Dietary CP level can be reduced by 4% (from 19 to 15% of CP) without any effect on performance of gilts from 30 to 60 kg maintained in a high environmental temperature since that the rations be adequately supplemented with all essential limiting amino acids.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Níveis dietéticos de proteína bruta para frangos de corte de 1 a 21 e 22 a 42 dias de idade/ Dietary crude protein levels for broilers chickens from 1 to 21 and 22 to 42 days of age

Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Gomes, Paulo Cezar; Toledo, Rodrigo Santana; Vargas Junior, José Geraldo de
2001-10-01

Resumo em português Foram realizados dois experimentos para determinar o nível ideal de proteína bruta para frangos de corte Ross de ambos os sexos, nas fases inicial (1 a 21) e crescimento (22 a 42 dias de idade). Foram avaliados: o ganho de peso (GP), consumo de ração (CR), conversão alimentar (CA) e características de carcaça. Para cada fase, o delineamento experimental foi em blocos inteiramente casualisados. Na fase inicial, utilizou-se um fatorial 2x6, constituído de dois sexos (mais) e seis níveis de proteína bruta (20,00; 20,50; 21,00; 21,50; 22,00 e 22,50%), seis repetições e um total de 1440 aves. Na fase de crescimento, utilizou-se um fatorial 2x5, constituído de dois sexos e cinco níveis de proteína bruta (17,50; 18,00; 18,50; 19,00 e 19,50%), seis repetições e um total de 1200 aves. Os níveis de lisina total utilizados foram 1,27% e 1,16%, respectivamente para as fases inicial e de crescimento. Foram mantidas as relações lisina: metionina+cistina, treonina, triptofano e arginina, levando em consideração o perfil da proteína ideal. Com base nos resultados de desempenho, a exigência de proteína bruta estimada para machos, na fase de 1 a 21 dias foi de 22,42% PB, enquanto que para fêmeas, observou-se efeito linear para GP e CA. Na fase de crescimento, os machos responderam linearmente aos níveis de proteína para CR, CA, rendimento de peito e gordura abdominal, tendo estes resultados melhorados à medida que se aumentava o nível de proteína bruta da ração. Para as fêmeas, verificou-se efeito quadrático do nível dietético de proteína para GP e efeito linear para CA e gordura abdominal. Os níveis de proteína bruta estimados foram: na fase inicial 22,4 e 22,5% e na fase de crescimento 19,5 e 18,5% de PB, respectivamente, para machos e fêmeas. Resumo em inglês Two experiments were carried out to determine the ideal levels of crude protein (CP) for Ross broiler chickens from one to 21 and 22 to 42 days of age, of both sexes. The parameters evaluated were weight gain (WG), feed intake (FI), feed:gain ratio (F/G) and carcass evaluation (CV). In the starting phase (1 to 21 days of age), different protein levels (20.00; 20.50; 21.00; 21.50; 22.00 and 22.50%) were used in diets containing 1.27% total lysine. In growing phase (22 to 4 (mais) 2 days of age), the dietary protein levels were 17.50; 18.00; 18.50; 19.00 and 19.50% with 1.16% total lysine. In both experiments, were maintained ratio lysine: methionine+cystine, threonine, tryptophan and arginine, considering the ideal protein profile. In both experiments, a completely randomized block experimental design, in a 2x6 and 2x5 (two sexes and six or five dietary lysine levels) factorial arrangement, was used, with six replicates, using a total of 1440 and 1200 birds, respectively. Considering bird performance, the dietary CP requirement estimate from 1 to 21 days, for the males was 22.42% CP, while the females showed linear effect for WG and F/G. In the growing phase (22 to 42 days of age), the protein levels affected linearly males FI, F/G, breast yield and abdominal fat. Females showed quadratic effect for WG and linear effect for F/G and abdominal fat. The requirements of the crude protein estimates for male and female, respectively were: 22.4 and 22.5% CP for starting phase and 19.5 and 18.5% CP growing phase.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Digestibilidade ileal de aminoácidos de alimentos utilizados em dietas pré-iniciais para leitões, determinada pelo método do sacrifício/ Ileal digestibility of amino acids in feedstuffs used in pre-starter diets determined by the slaughter technique

Apolônio, Lourdes Romão; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Souza, André Viana Coelho de; Lopes, Darci Clementino; Freitas, Letícia da Silva
2002-09-01

Resumo em português Este estudo foi realizado com o objetivo de determinar a digestibilidade ileal, aparente e verdadeira, dos aminoácidos de alimentos, como: leite em pó, soro de leite, soja micronizada, soja extrusada e plasma suíno, comumente utilizados na formulação de dietas pré-iniciais para leitões, pela técnica do sacrifício. Foram utilizados 96 leitões mestiços com 40 dias de idade, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos, oito repeti� (mais) �ões e dois animais por unidade experimental. As dietas foram formuladas para fornecer 7% de PB para o soro de leite e 13% para os demais alimentos, sendo o alimento avaliado a única fonte de proteína. Foi utilizada uma dieta isenta de proteína para determinação da perda endógena de aminoácidos. Os animais foram abatidos sete horas após a ingestão das dietas experimentais, sendo a digesta ileal coletada para formação de uma amostra composta de digesta de oito animais, obtendo-se duas amostras por tratamento. Os maiores valores de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos essenciais foram obtidos no soro de leite, leite em pó e soja extrusada, sendo os menores coeficientes de digestibilidade verdadeira encontrados na soja micronizada. A treonina foi o aminoácido essencial que apresentou menor coeficiente de digestibilidade verdadeira em todos os alimentos avaliados. A metionina foi o aminoácido que apresentou maior coeficiente de digestibilidade verdadeira no soro de leite, na soja extrusada, na soja micronizada e no plasma suíno, enquanto a lisina foi o de maior coeficiente de digestibilidade verdadeira no leite em pó. O menor coeficiente de digestibilidade da lisina foi obtido na soja micronizada. Resumo em inglês This study was carried out to determine ileal digestibilities in feedstuffs used in diets for piglets by the slaughter technique. The apparent and true digestibilities for skimmed milk powder, milk whey, extruded soybean, micronized soybean and swine plasma were determined. Ninety six crossbred piglets with forty days of age were allotted to a completely randomized design, with eight replications and two piglets for experimental unit. The animals were fed 5 diets (7% CP f (mais) or WP and 13% for other diets), each containing one protein source. A protein free diet was used to calculate the endogenous nitrogen losses. The animals were slaughtered seven hours after feed intake. The highest coefficients of true digestibility of essential aminoacids were determined for milk whey, skimmed milk powder and extruded soybean and the lowest true digestibilities values were obtained for micronized soybean. Threonine was the essential aminoacid of lowest true digestibility among the evaluated feedstuffs. Methionine was the aminoacid of highest true digestibility in milk powder, extruded soybean, micronized soybean and swine plasma, while lysine showed the highest coefficient of true digestibility in skimmed milk powder. The lowest digestibility of lysine was obtained for micronized soybean.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Redução da proteína da dieta com base no conceito de proteína ideal para tilápias-do-nilo (Oreochromis niloticus) criadas em tanques-rede/ Dietary protein reduction based on ideal protein concept for Nile Tilapia (Oreochromis niloticus) cultured in net pens

Botaro, Daniele; Furuya, Wilson Massamitu; Silva, Lilian Carolina Rosa; Santos, Lilian Dena dos; Silva, Tarcila Souza de Castro; Santos, Vivian Gomes dos
2007-06-01

Resumo em português Avaliou-se o desempenho de tilápias-do-nilo (Oreochromis niloticus) criadas em tanques-rede e alimentadas com dietas contendo 27,0 (controle); 25,2; 24,3 e 22,7% de proteína digestível. Aminoácidos cristalinos (L-lisina, DL-metionina e L-treonina) foram adicionados à dieta considerando o conceito de proteína ideal e simulando o perfil de aminoácidos da dieta controle. Os peixes (34,63±19 g) foram alimentados manualmente com dietas isoenergéticas (3.075 kcal de en (mais) ergia digestível/kg de dieta) até saciedade aparente, três vezes ao dia, durante 91 dias. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos, três repetições e 25 peixes/unidade experimental. Não foram observados efeitos dos níveis de proteína digestível sobre o ganho de peso, a conversão alimentar, a taxa de eficiência protéica, o peso da carcaça eviscerada, o rendimento de carcaça, o peso e o rendimento de filé, a sobrevivência e o hematócrito. Houve efeito quadrático dos níveis de proteína digestível sobre o consumo; o maior valor foi estimado para a dieta contendo 24,41% de proteína digestível e excreção de nitrogênio, na qual o melhor resultado estimado foi obtido com peixes que receberam a dieta contendo 24,92% de PD. Com a redução nos níveis de proteína digestível, observou-se aumento linear na retenção de nitrogênio. É possível reduzir o nível de proteína digestível, de 27 (29,1% de PB) para 24,3% (26,6% de PB), em dietas para tilápias-do-nilo criadas em tanques-rede. Essa redução deve ser feita por meio da suplementação de aminoácidos (com base no conceito de proteína ideal), considerando o desempenho e o custo da dieta/kg ganho em filé. Resumo em inglês This study was carried out to evaluate the performance of Nile tilapia, cultured in net pens, and fed diets containing 27.0 (control), 25.2, 24.3, and 22.7% of digestible protein. Crystalline amino acids (L-lysine, DL-methionine and L-threonine) were added to keep amino acid levels according to the ideal protein profile and to simulate amino acid levels of the control diet. Fish (34.63±1.19 g) were hand-fed one of the four isoenergetic (3,075 kcal of digestible energy/kg (mais) , as fed basis) experimental diets until apparent satiation, three times a day during 90 days. A completely randomized design with four treatments, three replicates and 25 fishes per experimental unit was utilized. No effects of dietary digestible protein levels on weight gain, feed conversion, protein efficiency ratio, empty carcass weight, carcass yield, fillet weight and yield, survival, and hematocrit were observed. It was observed quadratic effect on feed intake and nitrogen excretion, wich increased up to 24.41 and 24.92% of dietary digestible protein, respectively. The reduction of digestible protein levels resulted in a linear increase of nitrogen retention. It was concluded that it is possible to reduce the dietary digestible protein from 27.0 (29.1% of CP) to 24.3% (26.6% of CP) in amino acid supplemented diets (based on ideal protein concept), for juvenile Nile tilapia, cultured in net pens, without adverse effects on growth performance, carcass yield and composition, hematological parameters and cost of diet/kg of fillet gain.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Aplicação do conceito de proteína ideal para redução dos níveis de proteína em dietas para tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus)/ Ideal protein concept for dietary protein reduction of juvenile nile tilapia (Oreochromis niloticus)

Furuya, Wilson Massamitu; Botaro, Daniele; Macedo, Rosa Maria Gomes de; Santos, Vivian Gomes dos; Silva, Lilian Carolina Rosa; Silva, Tarcila de Castro; Furuya, Valéria Rossetto Barriviera; Sales, Priscila Juliana Pinseta
2005-10-01

Resumo em português Este estudo foi realizado para se avaliar a redução dos níveis de proteína em dietas para tilápia-do-nilo (5 a 125 g), adotando-se o conceito de proteína ideal. Cento e sessenta peixes (4,40 ± 0,9 g) foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos [25,5; 27; 28,5 e 30% (controle) de proteína digestível], três repetições e dez animais por unidade experimental. Os aminoácidos sintéticos foram suplementados para se (mais) manter as proporções de aminoácidos de acordo com o conceito de proteína ideal. Os aminoácidos lisina, metionina e treonina foram suplementados para se obter os níveis de aminoácidos da dieta controle. As dietas foram fornecidas à vontade, durante 83 dias. Não foram observados efeitos dos níveis de proteína sobre o ganho de peso, a conversão alimentar, o índice hepatossomático, o peso da gordura visceral, a taxa de sobrevivência, os níveis de proteína na carcaça e o diâmetro da fibra intermediária. O aumento nos níveis de proteína resultou em redução linear na taxa de eficiência protéica e de retenção do nitrogênio e aumento linear na excreção de nitrogênio. Foi observado efeito quadrático sobre o rendimento de carcaça e o teor de extrato etéreo na carcaça; os melhores valores foram obtidos com 28,40 e 27,31% de proteína na dieta, respectivamente. Concluiu-se que é possível a redução do nível de proteína de 30 para 27,5% em dietas para juvenis de tilápia do Nilo, sem efeitos negativos sobre o crescimento, rendimento de carcaça e a composição química dos filés. No entanto, a redução do nível de proteína de 30 para 25,5% acarreta redução no diâmetro das fibras musculares vermelha e branca. Resumo em inglês This trial was carried out to evaluate the effects of ideal protein concept on reduction of dietary protein content for Nile tilapia (5 to 125 g). A hundred and sixty juvenile fishes (4.40 ± 0.9 g) were assigned to a randomized experimental design with four treatments [25.5, 27, 28.5 and 30% (control) of digestible protein], three replicates and ten fish by experimental unit. Crystalline amino acids were added to maintain amino acid levels according to the ideal pr (mais) otein concept. The amino acids (lysine, methionine and threonine) were supplemented at levels to simulate amino acid levels of the reference diet. Diets were fed ad libitum during 83 days. No significant effects of protein levels on weight gain, feed:gain ratio, hepatossomatic, visceral fat, survival rate, carcass protein and intermediate fiber diameter were observed. The protein efficiency rate and nitrogen retention decreased linearly and excreted nitrogen increased linearly as the dietary digestible protein levels increased. Quadratic effect for carcass yield and carcass ether extract content was observed, with the best values at 28.40 and 27.31% dietary protein, respectively. It was concluded that is possible to reduce the dietary protein from 30 to 27.5% for juvenile Nile tilapia, with no change on growth, carcass yield and fillet chemical composition. However, the reduction of white and red fibers diameter was observed when dietary protein decreased from 30 to 27.5%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Aminoácidos Digestíveis Verdadeiros do Milheto, do Milho e Subprodutos do Milho, Determinados com Galos Adultos Cecectomizados/ True Digestible Amino Acids of the Millet, Corn and Corn Byproducts, Determined with Cecectomized Adult Cockerels

Rodrigues, Paulo Borges; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Gomes, Paulo Cezar; Barboza, Walter Amaral; Nunes, Ricardo Vianna
2001-12-01

Resumo em português Os coeficientes de digestibilidade e o conteúdo de aminoácidos digestíveis verdadeiros do milho e seus subprodutos e do milheto foram determinados utilizando-se galos cecectomizados, em que 11 alimentos testados foram fornecidos a seis galos (15 g pela manhã e 15 g à tarde, após jejum de 24 horas) e seis galos foram mantidos em jejum para determinação das perdas endógenas. Após obtidos os coeficientes de digestibilidade e calculados os aminoácidos digestíveis, (mais) ajustaram-se equações para predizer a composição do milho e seus subprodutos em lisina (LIS), metionina (MET), metionina + cistina (M+C), treonina (TRE) e arginina (ARG), totais e digestíveis, em função da composição em proteína bruta (PB), fibra bruta (FB), extrato etéreo (EE) e matéria mineral (MM). Os coeficientes médios de digestibilidade dos aminoácidos (essenciais e não-essenciais) das amostras de milho 1, 2, Quality Protein Maize (QPM) e pré-cozido, farelos de glúten 60 e 21, gérmen de milho, gérmens de milho fino e desengordurado e dos milhetos 1 e 2 foram 92,02 e 90,69; 88,62 e 87,33; 88,40 e 85,75; 90,20 e 88,99; 95,04 e 94,84; 82,11 e 79,10; 91,84 e 91,30; 92,56 e 91,59; 87,92 e 86,18; 91,04 e 88,70; 93,55 e 93,79%, respectivamente. O milheto apresentou aminoácidos de alta digestibilidade, semelhante ao milho. As equações LIS = 0,26488 + 0,01198PB; MET = -0,01315 + 0,02031PB; M+C = 0,07769 + 0,03448PB; TRE = 0,05576 + 0,03410PB e ARG = 0,30805 + 0,02370PB e LIS = 0,23518 + 0,01067PB; MET = -0,02198 + 0,0195PB; M+C = 0,04767 + 0,03143PB; TRE = -0,01738 + 0,03156PB e ARG = 0,28013 + 0,02318PB podem predizer o conteúdo em aminoácidos totais e digestíveis, respectivamente, do milho e seus subprodutos. Resumo em inglês The digestibility coefficients and thetrue digestible amino acids contents of corn and corn byproducts were determined by using cecectomized adult cockerels. Each one of the 11 feedstuffs evaluated was fed to six cockerels, consuming 15 g at 8a.m. and 15 g at 4p.m. after fastening by 24 hours. Simultaneously, six cockerels were fasted to determine metabolic and endogenous losses. After determination of the digestibility coefficients and calculation of the digestible amino (mais) acids, prediction equations were simulated to predict the corn and corn byproducts composition in lysine (LYS), methionine (MET), methionine + cystine (Met + Cys), threonine (THR) and arginine (ARG), total and digestible, based on chemical composition (crude protein - CP, crude fiber - CF, ether extract - EE and ash). The amino acids digestibility coefficients means (essential and non-essential AA) of the corn samples (1 and 2), quality protein maize and pre-cooked corn, corn gluten meal, corn gluten feed, corn germ, fine corn germ and free-fat corn germ and of the millets (1 and 2) were 92.02 e 90.69; 88.62 e 87.33; 88.40 e 85.75; 90.20 e 88.99; 95.04 e 94.84; 82.11 e 79.10; 91.84 e 91.30; 92.56 e 91.59; 87.92 e 86.18; 91.04 e 88.70; 93.55 e 93.79%, respectively. The millet shown higher amino acids digestibility and was similar to corn. The equations LYS = 0.26488 + 0.01198CP; MET = -0.01315 + 0.02031PB; Met + Cys = 0.07769 + 0.03448PB; THR = 0.05576 + 0.03410PB and ARG = 0.30805 + 0.02370PB and LYS = 0.23518 + 0.01067PB; MET = -0.02198 + 0.0195PB; Met + Cys = 0.04767 + 0.03143CP; THR = -0.01738 + 0.03156PB e ARG = 0.28013 + 0.02318PB should be used to predict the total and digestible amino acids contents, respectively, of the corn and corn byproducts.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Aminoácidos digestíveis verdadeiros da soja e subprodutos, determinados com galos cecectomizados/ True digestible amino acids of soybean and soybean by-products, determined with cecectomized cockerels

Rodrigues, Paulo Borges; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Gomes, Paulo Cezar; Santana, Rodrigo Toledo; Nunes, Ricardo Vianna
2002-04-01

Resumo em português Os coeficientes de digestibilidade e o conteúdo de aminoácidos digestíveis verdadeiros da soja e subprodutos foram determinados, utilizando-se galos cecectomizados, onde cada um dos 8 alimentos testados (amostras de soja e subprodutos) foram fornecidos a seis galos (15 g pela manhã e 15 g à tarde, após jejum de 24 horas) e seis galos foram mantidos em jejum, para determinação das perdas endógenas e metabólicas. Após obtidos os coeficientes de digestibilidade e (mais) calculados os aminoácidos digestíveis, ajustou-se equações para predizer a composição da soja e seus subprodutos em lisina (LIS), metionina (MET), metionina + cistina (M+C), treonina (TRE) e arginina (ARG), totais e digestíveis, em função da composição em proteína bruta (PB), fibra bruta (FB), extrato etéreo (EE) e matéria mineral (MM). Os coeficientes médios de digestibilidade dos aminoácidos (essenciais e não essenciais, respectivamente) dos farelos de soja 1, 2, 3, 4 e texturizado, sojas integral Jet Sploder, integral tostada e micronizada foram 92,78 e 90,76; 92,66 e 89,70; 93,75 e 91,26; 93,32 e 90,12; 91,55 e 89,08; 94,80 e 92,34; 94,61 e 91,47; 93,20 e 90,47 %. As equações foram bem ajustadas, cujos valores de R² foram superiores a 91% e a PB apresentou alta correlação positiva, onde as equações LIS = -0,32161 + 0,06731PB (R² = 0,99); MET = 0,02263 + 0,01323PB (R² = 0,96); M+C = 0,078949 + 0,02563PB (R² = 0,94); TRE = 0,20930 + 0,03533PB (R² = 0,95); ARG = -0,39589 + 0,08022PB (R² = 0,98) e LIS = -0,29472 + 0,06319PB (R² = 0,98); MET = 0,02884 + 0,01228PB (R² = 0,93); M+C = 0,08974 + 0,0222PB (R² = 0,91); TRE = 0,15813 + 0,03235PB (R² = 0,95) e ARG = -0,32129 + 0,07681PB (R² = 0,96), podem predizer o conteúdo em aminoácidos totais e digestíveis da soja e subprodutos, respectivamente. Resumo em inglês The digestibility coefficients and the true digestible amino acids content of soybean and soybean by-products were determined using cecectomized adult cockerels. Each one of the 8 feedstuffs evaluated was fed to six cockerels, consuming 15 g at 8:00 A.M. and 15 g at 16:00h P.M., after 24 hours fasting. Simultaneously, six cockerels were fasted to determine metabolic and endogenous losses. After determination of the digestibility coefficients and calculation of the digesti (mais) ble amino acids, prediction equations were simulated to predict the soybean and soybean byproducts total and digestible composition in lysine (LYS), methionine (MET), methionine plus cystine (Met + Cys), threonine (THR) and arginine (ARG), as a function of the chemical composition (crude protein - CP, crude fiber - CF, ether extract - EE and ash). The average amino acids digestibility coefficient (essential and non essential) of soybean meal samples (1, 2, 3, 4 and texturized), full fat soybean Jet Sploder, toasted and micronized were 92,78 and 90,76; 92,66 and 89,70; 93,75 and 91,26; 93,32 and 90,12; 91,55 and 89,08; 94,80 and 92,34; 94,61 and 91,47; 93,20 and 90,47%, respetively. The prediction equations were adjusted with higher R² values higher than 91%, and crude protein showed high positive correlation. The equations LYS = -0.32161 + 0.06731PB (R² = 0.99); MET = 0.02263 + 0.01323PB (R² = 0.96); Met+Cys = 0.078949 + 0.02563PB (R² = 0.94); THR = 0.20930 + 0.03533PB (R² = 0.95); ARG = -0.39589 + 0.08022PB (R² = 0.98) e LYS = -0.29472 + 0.06319PB (R² = 0.98); MET = 0.02884 + 0.01228PB (R² = 0.93); Met+Cys = 0.08974 + 0.02220PB (R² = 0.91); THR = 0.15813 + 0.03235PB (R² = 0.95) e ARG = -0.32129 + 0.07681PB (R² = 0.96), can be used to predict the total and digestible amino acids content of soybean and byproducts, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Valores energéticos e aminoácidos digestíveis da semente do capim-arroz (Echinochloa spp) para aves/ Energy values and digestible amino acids of barnyardgrass seeds (Echinochloa spp) for poultry

Rodrigues, Paulo Borges; Dutra Júnior, Wilson Moreira; Rostagno, Horacio Santiago; Rodrigues, Kênia Ferreira
2004-10-01

Resumo em português Foram conduzidos três experimentos com o objetivo de avaliar o valor nutritivo da semente do capim-arroz (Echinochloa spp) para aves. No experimento I, foram utilizados 12 galos adultos, intactos, para determinação dos valores de energia metabolizável (EM) verdadeira corrigida pelo nitrogênio retido (EMVn), por intermédio do método da alimentação forçada, onde seis galos foram forçados a ingerir 30 g do alimento e seis galos mantidos em jejum, para determinaç� (mais) �o das perdas endógenas e metabólicas. No experimento II, utilizaram-se 12 galos cecectomizados para determinar os coeficientes de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos do alimento em teste, empregando-se a mesma metodologia. Para determinar os valores de EM aparente corrigida pelo nitrogênio retido (EMAn), utilizou-se, no experimento III, o método tradicional de coleta total de excretas, com 80 pintos de marca comercial, em crescimento. A semente do capim-arroz foi incluída em uma ração-referência, contendo 20% de proteína bruta e 3.000 kcal de EM/kg, na proporção de 25%. A ração-referência e a ração-teste foram fornecidas para quatro repetições de 10 aves cada. Os valores energéticos determinados foram 1.813 kcal de EMAn e 1.976 kcal de EMVn/kg de matéria natural. Os coeficientes de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos essenciais foram, em média, 78,2% e o dos aminoácidos não-essenciais, 78,3%. A treonina e a lisina apresentaram menor digestibilidade (65,8 e 67,2%, respectivamente) e a fenilalanina (86,4%), seguida da metionina (86,0%), os maiores coeficientes de digestibilidade, entre os essenciais. Entre os não-essenciais, a tirosina (90,5%) e a cistina (56,3%) apresentaram o maior e o menor coeficiente de digestibilidade, respectivamente. Resumo em inglês Three assays were carried out to evaluate the nutritive value of the barnyardgrass seeds (Echnochloa spp.) for poultry. In the first assay, twelve adult cockerels were used to determine the true metabolizable energy value corrected by nitrogen retained (TMEn), using the forced fed method. In this assay six cockerels were forced fed 30 g of the feed and six cockerels were fastened to determinate metabolic and endogenous losses. In the second assay, twelve cecectomized cock (mais) erels were used to determine the true digestibility coefficients of the amino acids in the tested feed, using the same metodology. To determinate the apparent metabolizable energy corrected by nitrogen retained (AMEn) in the thirth assay, the total excreta collection method was used, with 80 growing chicks of commercial strain. The barnyardgrass seed was included in the proportion of 25 percent of the reference diet, which contained 20% CP and 3000 kcal of the ME/kg. The reference and test diets were fed to four replicates of ten birds each. The energy values determined were 1813 Kcal AMEn and 1976 kcal of the TMEn/kg as fed. The true digestibility coefficients of the essential and non essential amino acids were, in average, 78.2 % and 78.3 %, respectively. The threonine and the lysine shown lower digestibility (65.8 and 67.2%, respectively) and the phenilalanine (86.4%) follow by the methionine (86.0%) presented higher values among essential amino acids. The tyrosine (90.5%) and cystine (56.3%) presented higher and lower digestibility coefficients, respectively, among the non essential amino acids.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Composição físico-química e valores energéticos dos resíduos de goiaba e tomate para frangos de corte de crescimento lento/ Physicochemical composition and energy and nutritional characteristics of guava and tomato residues for free range broilers

Silva, Edney Pereira da; Silva, Demósthenes Arabutan Travassos da; Rabello, Carlos Bôa-Viagem; Lima, Rodrigo Barbosa; Lima, Michele Bernardino; Ludke, Jorge Vitor
2009-06-01

Resumo em português Objetivou-se determinar a composição físico-química e o valor energético dos farelos de goiaba e de tomate para frangos de corte de crescimento lento. Analisou-se a composição químico-fisica e, em seguida, realizou-se ensaio de metabolismo utilizando-se 60 frangos da linhagem Caipirão, com 65 dias de idade, distribuídos ao acaso em três tratamentos e cinco repetições de quatro aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de uma ração-referênci (mais) a e duas rações-teste, formuladas com 70% da ração-referência e 30% de farelo de goiaba ou tomate. O experimento teve duração de dez dias, cinco para adaptação das aves às rações e cinco para coleta total das excretas. A composição químico-física dos farelos de tomate e de goiaba (na matéria natural) foi: 90,81 e 91,96% de matéria seca (MS); 10,09 e 21,74% de proteína bruta (PB); 11,71 e 12,01% de extrato etéreo (EE); 1,25 e 4,76% de matéria mineral (MM); 55,62 e 43,66% de fibra bruta (FB); 64,06 e 51,53% de fibra em detergente neutro (FDN); 57,38 e 42,22% de fibra em detergente ácido (FDA); 6,67 e 9,32% de hemicelulose; 4.290 e 4.368 kcal/kg de energia bruta (EB), 576,32 e 201,90 g/L de densidade; e 1.271,56 e 1.092,66 µm de diâmetro geométrico médio, respectivamente. Para os aminoácidos, os valores encontrados foram: 0,17 e 0,33% de metionina; 0,32 e 0,30% de cistina; 0,16 e 1,12% de lisina; 0,23 e 0,75% de treonina; 1,47 e 1,57% de arginina; 0,32 e 0,78% de isoleucina; 0,71 e 1,27% de leucina; 0,39 e 0,90% de valina; 0,25 e 0,43% de histidina; 0,44 e 0,93% de fenilalanina; 0,85 e 1,08% de glicina; 0,42 e 0,99% de serina; 0,30 e 1,05% de prolina; 0,35 e 0,945 de alanina; 0,97 e 2,19% de ácido aspartico; 1,91 e 3,105 de ácido glutâmico, respectivamente. Os valores de energia metabolizável aparente corrigida, com base na matéria natural, foram 1.436 e 1.969 kcal/kg, respectivamente. Resumo em inglês The objective of this work was to determine the physicochemical composition and metabolizable energy values of guava and tomato meal for free range broilers. The physicochemical composition was analyzed and later the metabolism assay was performed with sixty Caipirão lineage 65-day-old free range broilers distributed in a completely randomized design with three treatments and five replicates of four birds each. The treatments were: reference diet and two test diets, one (mais) with 70% of reference diet and 30% of guava residue meal and another with 30% of tomato residue meal. The experiment lasted ten days, five for adaptations and five for the total excreta collection. The physicochemical composition of the guava and tomato residue was: 90.81 and 91.96% of DM; 10.09 and 21.74% of CP; 11.71 and 12.01% of EE; 1.25 and 4.76% of ASH, 55.62 and 43.66% of CF; 64.06 and 51.53% of NFD; 57.38 and 42.22% of AFD; 6.67 and 9.32% of hemicellulose; 4,724 and 4,750 kcal/kg GE, 576.32 and 201.90 g/L densities and geometric diameter of the particles 1,271.56 and 1,092.66 µm. The amino acids profile was: 0.17 and 0.33% of methionine; 0.32 and 0.30% of cystine; 0.16 and 1.12% of lysine; 0.23 and 0.75% of threonine; 1.47 and 1.57% of arginine; 0.32 and 0.78% of isoleucine; 0.71 and 1.27% of leucine; 0.39 and 0.90% of valine; 0.25 and 0.43% of histidine; 0.44 and 0.93% of phenylalanine; 0.85 and 1.08% of glycine; 0.42 and 0.99% of serine; 0.30 and 1.05% of proline; 0.35 and 0.945 of alanine; 0.97 and 2.19% of aspartic acid; 1.91 and 3.105 of glutamic acid, respectively. The apparent metabolizable energy values were: 1.436 and 1.969 kcal/kg, respectively, for guava and tomato residues.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Níveis de lisina, com base no conceito de proteína ideal, em rações para alevinos de tilápia-do-nilo/ Lysine levels, based on the ideal protein concept, in diets for Nile tilapia fingerlings

Bomfim, Marcos Antonio Delmondes; Lanna, Eduardo Arruda Teixeira; Donzele, Juarez Lopes; Quadros, Moisés; Ribeiro, Felipe Barbosa; Sousa, Maíra Paula de
2010-01-01

Resumo em português Avaliaram-se os efeitos dos níveis de lisina digestível da ração, com base no conceito de proteína ideal, no desempenho de alevinos de de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus). Utilizaram-se 432 alevinos revertidos, linhagem tailandesa, com peso inicial de 1,12 ± 0,02 g, em delineamento inteiramente ao acaso, composto de 6 dietas, 6 repetições e 12 peixes por unidade experimental. Como tratamentos, avaliaram-se uma dieta basal com 29,12% de proteína bruta e 3. (mais) 000 kcal de energia digestível/kg, suplementada com aminoácidos sintéticos, resultando em dietas com 0,95; 1,10; 1,25; 1,40; 1,55 e 1,70% de lisina digestível e relações mínimas entre metionina + cistina, treonina, triptofano, isoleucina e arginina com a lisina (66, 77, 23, 64 e 85%, respectivamente), com base em valores digestíveis. Os peixes foram mantidos em aquários de 130 litros, dotados de abastecimento de água, temperatura controlada e aeração individual, e alimentados à vontade em seis refeições diárias durante 30 dias. Avaliaram-se os parâmetros de desempenho, a composição corporal, a deposição de proteína e gordura corporais e a eficiência de retenção de nitrogênio dos peixes. A elevação do teor de lisina digestível na ração não influenciou a taxa de sobrevivência e o teor de gordura corporal dos peixes, mas melhorou de forma linear todos os demais parâmetros avaliados, com exceção da eficiência de utilização de lisina e a umidade corporal, que pioraram de forma quadrática e linear, respectivamente. O nível de 1,80% de lisina total (0,600% Mcal de ED) e o de 1,70% de lisina digestível (0,567% Mcal de ED) proporcionam os melhores resultados de desempenho e características de carcaça de alevinos de tilápia-do-nilo quando se utiliza o conceito de proteína ideal na formulação das rações experimentais. Resumo em inglês The effects of the digestible lysine level were assessed in feeds for Nile tilapia fingerlings (Oreochromis niloticus), based on the ideal protein concept. Four hundred and thirty two reverted fingerlings were used, average weight 1.12 ± 0.02 g, in a randomized complete design, consisting of 6 feeds, six replications and twelve fish per experimental unit. The diets consisted of a basal diet with 29.12% crude protein and 3,000 kcal/kg digestible energy, supplemented with (mais) synthetic amino acids, resulting in six diets with 0.95; 1.10; 1.25; 1.40; 1.55 and 1.70% digestible lysine and minimum ratios between methionine plus cystine, threonine, thryptophan, isoleucine, arginine with the lysine (66, 77, 23, 64 and 85%, respectively), based on digestible values. The fish were maintained in 130 liter aquaria equipped with individual water and controlled temperature and aeration. The fish were fed to apparent satiation, six times a day, for 30 days. Growth performance, body composition, body protein and fat deposition and nitrogen retention efficiency of the fish were evaluated. The increase in the dietary digestible lysine did not affect the survival rate and body fat level of the fishes. However, there was linear improvement in all the other parameters assessed, except lysine use efficiency and the body humidity, that showed quadratic and lineardecline, respectively. The levels of 1.80 (0.600% Mcal of DE) total lysine and 1.70% (0.567% Mcal of DE) digestible lysine, respectively, result in the best performance and carcass characteristics of Nile tilapia fingerlings, when the ideal protein concept is used to formulate the experimental diets.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Níveis de lisina digestível em rações, utilizando-se o conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados de alto potencial genético dos 15 aos 30 kg/ Dietary digestible lysine levels, using the ideal protein concept, for barrows with high genetic potential from 15 to 30 kg

Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Oliveira, Alexandre Luis Siqueira de; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Moita, Antônio Marcos Souto
2006-06-01

Resumo em português Foram utilizados 40 leitões machos castrados, de alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça, com pesos inicial e final de 15,76 + 0,93 e 30,23 + 1,56 kg, respectivamente, para avaliar o efeito de níveis de lisina digestível, utilizando-se o conceito de proteína ideal, sobre o desempenho e a composição da carcaça. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 19,46% de PB e 3.280 kcal de EM/kg, suplementada com L-lisina HCl, resulta (mais) ndo em rações com 0,90; 1,.00; 1,10 e 1,20% de lisina digestível. As rações foram suplementadas com níveis crescentes de aminoácidos sintéticos, resultando em rações com relações constantes entre metionina + cistina, treonina, triptofano e valina com a lisina (60, 60, 19 e 69%, respectivamente), com base na digestibilidade verdadeira. Não se observou efeito dos tratamentos sobre o consumo diário de ração, a concentração de uréia no plasma e as porcentagens de água, proteína e gordura na carcaça dos animais. Houve efeito quadrático dos níveis de lisina digestível sobre o ganho de peso diário, que aumentou até o nível estimado de 1,10% de lisina na ração, e a conversão alimentar, que melhorou até o nível estimado de 1,12%. Houve efeito dos tratamentos sobre o consumo diário de lisina, que aumentou de forma linear. As deposições de proteína e gordura na carcaça foram influenciadas de forma quadrática, aumentando até os níveis estimados de 1,12 e 1,08% de lisina digestível, respectivamente. O nível de 1,12% de lisina digestível foi o que proporcionou os melhores resultados de desempenho e de características de carcaça de suínos machos castrados de alto potencial genético na fase de 15 a 30 kg, o que correspondeu a um consumo de lisina digestível de 12,03 g/dia (3,42 g de Lis/Mcal de EM). Resumo em inglês Fourty barrows with high genetic potential for lean gain averaging initial and final body weights of 15.76 + 0.93 kg and 30.23 + 1.56 kg, respectively, were used to evaluate the effect of digestible lysine levels, using the ideal protein concept, on the performance and carcass composition. The treatments were composed of a basal diet containing 19.46% crude protein and 3,280 kcal of ME/kg, that were supplemented with different levels of HCl-L-Lysine, resulting in diets wi (mais) th 0.90, 1.00, 1,10, and 1.20% of digestible lysine. The diets were supplemented with increasing levels of synthetic amino acids, resulting in diets with ratios of methionine + cystine, threonine, tryptophan and valine:lysine constant in 60, 60, 19 e 69%, respectively, based on the true digestibility. No treatment effects on feed intake, concentration of plasma urea and percentages of water, protein and fat in the carcass were observed in this trial. However, significant quadratic effects on weight gain and feed:gain ratio with quadractic maximum and minimum of 1.10 and 1.12% of lysine, respectively, were detected. Intake of digestible lysine increased linearly among treatments. The depositions of protein and fat in the carcass answered quadractily with quadratic maxima at 1.12 and 1.08%, respectively. The level of digestible lysine that provided the best results of performance and carcass characteristics of barrows with high genetic potential from 15 to 30 kg was of 1.12% of true digestible lysine, corresponding to a digestible lysine intake of 12.03 g/day (3.42 g of Lys/Mcal of ME).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Desempenho e excreção de nitrogênio de leitões dos 9 aos 25 kg alimentados com dietas com diferentes níveis de lisina digestível e proteína bruta/ Performance and nitrogen excretion for pigs from 9 to 25 kg submitted to the diets with different levels of digestible lysine and crude protein

Zangeronimo, Márcio Gilberto; Fialho, Elias Tadeu; Murgas, Luis David Solis; Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de; Rodrigues, Paulo Borges
2007-10-01

Resumo em português Dois experimentos foram conduzidos para avaliar níveis de PB e lisina digestível (LISD) na dieta sobre o desempenho e a excreção de nitrogênio (N) de leitões na fase inicial. No experimento 1, 80 suínos machos castrados e fêmeas (peso inicial de 9,1 ± 1,2 kg e final de 21,5 ± 4,8 kg), mestiços Landrace × Large White, foram distribuídos em blocos casualizados em esquema fatorial 2 × 4, composto de dois níveis de PB (16 e 18%) e quatro n (mais) íveis de LISD (0,7; 0,9; 1,1 e 1,3%) com cinco repetições e dois animais por unidade experimental durante 35 dias. Foram avaliados o ganho de peso médio diário (GPMD), o consumo médio diário de ração (CMDR) e a conversão alimentar (CA). No experimento 2, 32 suínos machos castrados (25,0 ± 1,3 kg), provenientes do experimento 1 foram alojados individualmente em gaiolas próprias para estudos de metabolismo (unidade experimental) durante 11 dias para determinação dos teores de N ingerido (NI), N nas fezes e N na urina. As rações foram formuladas com milho, farelo de soja e leite em pó modificado e suplementadas com vitaminas e minerais. Os aminoácidos metionina e treonina foram corrigidos de acordo com os níveis de lisina, segundo o conceito de proteína ideal. Não houve efeito da interação LISD × PB sobre nenhuma variável estudada. Os níveis de LISD tiveram efeito quadrático sobre o GMDR e a CA, que foram melhores nos animais alimentados com as dietas com níveis de 1,04 e 1,09% de PB. Os níveis de N nas fezes sofreram efeito linear crescente dos níveis de LISD e PB, enquanto os níveis de N na urina foram afetados de forma quadrática pelos níveis de LISD, com melhor resultado no nível de 1,03% LISD na ração. O CMDR e o nível de N nas fezes não foram influenciados pelos níveis de LISD e PB. O nível de 1,05% LISD em dietas com 16 e 18% PB proporciona melhor desempenho e menor excreção de N nos dejetos de suínos. Resumo em inglês Two experiments were conducted to evaluate dietary levels of crude protein (CP) and digestible lysine (LYSD) on the performance and nitrogen (N) excretion of piglets in the initial phase. In experiment 1, 80 barrows and females (initial weight of the 9.1 kg ± 1.2 kg and final weight of the 21.5 ± 4.8 kg), crossbred (Landrace x Large White), were distributed to a randomized blocks in factorial scheme 2 x 4 (two levels of CP 16 and 18% - and four levels of LYS (mais) D (0.7; 0.9; 1.1 and 1.3%) with five replications and two animals per experimental unit, during 35 days. The average daily weight gain (ADG), average daily feed intake (ADFI) and feed:gain ratio (F:G) were evaluated. In experiment 2, 32 barrows (25.0 ± 1.3 kg), from experiment I, were individually allotted in metabolic cages (experimental unit), during 11 days, to evaluate the ingested N, N in feces and N in urine . The diets were formulated with corn, soybean meal and modified powder milk, supplemented with vitamins and minerals. The amino acids methionine and threonine were corrected in function of the lysine levels, following the ideal protein concept. No interaction LYSD x CP was observed for neither studied variable. Average daily gain and F:G showed a quadratic effect for the LYSD levels and were better in the animals fed diets with levels of 1.04 and 1.09%, respectively. The levels of N in the fezes showed crescent linear effect with the LYSD and CP levels, while the N levels in the urine showed quadratic effect with LYSD levels, with lower excretion for the level of 1.03% in the ration. No influence was observed for LYSD and CP level on ADFI and N in fezes. The level of 1.05% LYSD in diets with 16 and 18% CP provide best performance and lower excretion of de N in dejects of the swine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Efeito de níveis de lisina digestível verdadeira e proteína bruta na dieta sobre parâmetros morfo-fisiológicos e utilização do nitrogênio em suínos na fase inicial/ Effect of levels of digestible lysine and crude protein in diets on the organs weight, physiologic parameters, jejune morfometry and nitrogen utilization of the diets for piglets

Zangeronimo, Márcio Gilberto; Fialho, Elias Tadeu; Murgas, Luis David Solis; Lima, José Augusto de Freitas; Rocha, Érika Viviane Heidenheich da; Alvarenga, Renata Ribeiro
2007-04-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras para verificar a influência de diferentes níveis de proteína bruta (PB) e lisina digestível verdadeira (LISD) na dieta sobre peso de órgãos, parâmetros fisiológicos e utilização do nitrogênio (N) de rações por leitões na fase inicial. Foram utilizados 80 suínos machos castrados e fêmeas (peso inicial = 9,1 ± 1,2 kg e final = 21,5 ± 4,8 kg), mestiços (Landrace x L (mais) arge White), desmamados aos 28 dias, alojados em grupos de dois na creche em um delineamento em blocos casualizados (DBC) no tempo, em um fatorial 2 x 4 (PB x LISD) com cinco repetições, durante 35 dias. As rações foram formuladas com dois níveis de PB (16 e 18%) e quatro níveis de LISD (0,7; 0,9; 1,1 e 1,3%) com correção dos valores de metionina e treonina seguindo o conceito de proteína ideal. Ao final do experimento, um animal (unidade experimental) de cada tratamento foi sacrificado para mensuração do pH do conteúdo estomacal e cecal, peso relativo do fígado, pâncreas e rins e altura das vilosidades e profundidade das criptas do jejuno. No Experimento II, 32 suínos machos castrados (peso inicial = 25 ± 1,3 kg), provenientes do experimento anterior, foram alojados individualmente em gaiolas de metabolismo (unidade experimental), em um DBC no tempo em fatorial 2 x 4(PB x LISD), com quatro repetições, para avaliar o N ingerido (NI), N absorvido (NA), N retido (NR), e relação NR/NA (%). Não houve diferenças (P>0,05) para as variáveis de abate. No balanço de N, houve efeito linear crescente (P0,05) para NA. Conclui-se que os níveis de LISD e PB não afetam o peso dos órgãos, parâmetros fisiológicos e morfometria do jejuno, porém melhoram a assimilação do N em até 25% com 1,05% de LISD em rações com níveis reduzidos de PB. Resumo em inglês It was conducted an experiment in the Department of Animal Science at Lavras Federal University in order to verify the influence of different crude protein levels (CP) and digestible lysine (DLys) in the diet on the organs weight, physiologic parameters and utilization of nitrogen in the diet for piglets. It was utilized a total of 83 barrows and females (initial weight = 9.1 kg ± 1.2 kg and final weight = 21.5 ± 4.8 kg), crossbred (Landrace x Large White), weaned at 28 (mais) days old, allotted in groups of two in nursery in a randomized block design (RBD) in time, in 2x4 factorial scheme (CP x DLys), with five repetitions, during 35 days. The diets were formulated with two levels of CP (16 and 18%) and four levels of true digestible lysine (0.7; 0.9; 1.1 and 1.3%) with correction of the values for methionine and threonine following the ideal protein concept. At the final of experiment, one animal (experimental unit) of each treatment was slaughtered and the pH of estomacal and cecal contents, weight relative of the liver, pancreas and kidney and height of villous and crypts depth of jejune were taken. In the Experiment II, 32 barrows (initial weight = 25 ± 1.3 kg) proceeding from previous experiment, were allotted individually in metabolism cages (experimental unit) in RBD in time, in 2x4 factorial scheme (CP x LYSD) with four repetitions in order to evaluate the nitrogen intake (NI), absorbed nitrogen (AN), retained nitrogen (RN) and NR/NA relations (%). There were no differences for the slaughtered variables analyzed. In the NR there was linear increasing effect (P0.05) for AN for any treatments studied. It was conclude that the DLys and CP levels had any effect on organs weight, physiologic parameters and jejune morphometry, but they improve N Retention up to 25% with 1.05% of DLys in diets with reduced levels of CP.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Síntese de glicoaminoácidos de interesse biológico/ Synthesis of glycosyl-amino acids of biological interest

Campo, Vanessa Leiria; Carvalho, Ivone
2008-01-01

Resumo em inglês This work describes the synthesis of the glycosylated amino acids αGlcNAc-Thr, βGlcNAc-Thr and αLacNAc-Thr by the glycosylation reaction of the amino acid threonine with the corresponding glycosyl donors αGlcNAcCl and αLacN3Cl. The glycosylated amino acids containing the sugar units α-D-GlcNAc and α-D-LacNAc O-linked to threonine amino acids are related to O-glycans found in mucins of the parasite Trypanosoma cruzi, while the corresponding β-D-GlcNAc isomer is involved in cellular signaling events.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Proteínas tirosina fosfatases: propriedades e funções biológicas/ Protein tyrosine phosphatases: properties and biological functions

Aoyama, Hiroshi; Silva, Telma Maria Araújo; Miranda, Márcio André; Ferreira, Carmen Veríssima
2003-12-01

Resumo em inglês Protein phosphorylation-dephosphorylation catalyzed by the opposing and dynamic action of protein kinases and phosphatases probably, is the most crucial chemical reaction taking place in living organisms. Protein phosphatases are classified according to their substrate specificity and sensitivity to inhibitory or activator agents, into two families of protein phosphatases: serine/threonine phosphatases and tyrosine phosphatases (PTPs). PTPs can be divided into 3 groups: t (mais) yrosine specific phosphatases, dual and low molecular weight phosphatases. The role of tyrosine phosphorylation in mitogenic signaling is well documented, and one would predict that vanadate, pervanadate and other oxidant agents (protein tyrosine phosphatase inhibitors) may act as a growth stimulator.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Proteínas quinases: características estruturais e inibidores químicos/ Kinase protein: structural features and chemical inhibitors

Silva, Bárbara V.; Horta, Bruno A. C.; Alencastro, Ricardo Bicca de; Pinto, Angelo C.
2009-01-01

Resumo em inglês Protein kinases are one of the largest protein families and they are responsible for regulation of a great number of signal transduction pathways in cells, through the phosphorylation of serine, threonine, or tyrosine residues. Deregulation of these enzymes is associated with several diseases including cancer, diabetes and inflammation. For this reason, specific inhibition of tyrosine or serine/threonine kinases may represent an interesting therapeutic approach. The most (mais) important types of protein kinases, their structural features and chemical inhibitors are discussed in this paper. Emphasis is given to the small-molecule drugs that target the ATP-binding sites of these enzymes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Desempenho e composição corporal de frangos de corte alimentados com diferentes níveis de proteína e de aminoácidos ou com livre escolha das dietas/ Performance and body composition of broilers fed different protein and amino acid levels or free-choice diets

Kolling, Ana Valeria; Kessler, Alexandre de Mello; Ribeiro, Andréa Machado Leal
2005-02-01

Resumo em português Foi realizado um experimento com 600 frangos de corte (300 machos e 300 fêmeas) de 1 a 49 dias de idade. Foram usadas três dietas (D) experimentais, isoenergéticas (3.000 e 3.150 kcal EM/kg nas fases inicial e de crescimento, respectivamente), porém com diferentes níveis de proteína bruta (PB) e um dos quatro primeiros aminoácidos (AA) essenciais (Lis, Met+Cis, Tre e Trip): D1, (controle): 22%PB; D2, 24% de PB com AA 20% a mais que D1 (altaPB+20%AA) e D3: 20% PB e (mais) AA 12% a menos que D1 (baixaPB-12%AA). Na fase de crescimento, as PB foram de 20, 22 e 18% para D1, D2 e D3, respectivamente, mantidas as mesmas proporções em AA. Uma quarta dieta foi definida pelas aves por livre escolha entre as dietas extremas (D2 e D3). O delineamento adotado foi completamente casualizado, em esquema fatorial 2x4 (sexo x dietas), e cinco repetições de 15 aves por tratamento. A técnica do abate comparativo foi usada para ganho de gordura e proteína. Verificou-se que as aves alimentadas com dietas baixaPB-12%AA apresentaram pior CA, menor GP e menor ganho de proteína corporal. No entanto, houve melhor relação da proteína consumida com ganho de peso. Frangos recebendo dietas altaPB+20%AA tiveram pior aproveitamento da proteína consumida, não mostrando superioridade em GP, peso de partes e de carcaça às aves do grupo controle ou livre escolha. Ganho em gordura e proteína também foram semelhantes entre esses três tratamentos. As aves com livre escolha mostraram-se aptas em selecionar sua própria dieta, apresentando desempenho e composição corporal semelhantes às aves do grupo controle. O pior desempenho da dieta com baixa proteína foi mais evidente na fase inicial que na fase de crescimento. Machos foram mais eficientes que as fêmeas em utilizar os nutrientes consumidos sobretudo na fase de crescimento. Resumo em inglês An experiment was carried out to evaluate the effect of diets with different protein levels and energy:protein ratio and amino acids on the performance and body composition of broilers (300 males and 300 females from 1 to 49 days of age), as well as the effect of these factors on the nutrients utilization efficiency. Three isoenergy experimental diets (D) were used (3000 and 3150kcal ME/kg for starter and growing phase, respectively) varying the levels of crude protein (C (mais) P) and the first 4 essential amino acids (AA) (lysine, methionine+cysteine, threonine and tryptophan): D1, control, with 22%CP; D2: 24%CP and 20% more AA than D1 (HighCP+20%AA) and D3, 20% CP and 12% less AA than D1 (LowCP-12%AA). On the growing phase the CP were 20, 22 and 18% for D1, D2 and D3, respectively, keeping the same AA proportion. A fourth diet was defined by free-choice between diets D2 and D3. Birds were alloted in a completely randomized design, in a 2 x 4 factorial (sex x diets) scheme and 5 replications of 15 birds each per treatment. Comparative slaughter technique was used for body fat and protein gain. Birds fed LowCP-12%AA diets showed reduced feed conversion, gain and body protein gain, but better protein intake-to-gain ratio. Broilers fed HighCP+20%AA diets had worse protein intake-to-gain ratio, but similar weight gain, cuts or carcass weight to control or free-choice birds. Fat and protein gain were similar among those 3 treatments. Free-choice birds showed the same performance and body composition of the control broilers. LowCP-12%AA diet was worse for broilers in starter phase than in growing phase. Male broilers were more efficient than females using nutrients, specially in the growing phase.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Calibração multivariada para sistemas com bandas sobrepostas através da análise da fatores do tipo Q/ Q mode factor multivariate calibration for systems with overlapped bands

Scarminio, Ieda Spacino; Ishikawa, Dilson Norio; Barreto, Wagner José; Paczkowski, Édio Luiz; Arruda, Iara Cintra
1998-10-01

Resumo em inglês A multivariate calibration method to determine chemical compositions of systems with severely overlapped bands is proposed. Q mode factors are determined from the spectral data and subsequently rotated using the varimax and oblique transformation of Imbrie. The method is applied to two sets of simulated data to test the sensitivity of analytical results to random experimental error. The chemical concentrations of alanine and threonine mixture are determined from spectral data of the 302,5 - 548,5 nm region.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)