Sample records for three-dimensional calculations
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Avaliação do volume da placenta no primeiro trimestre de gestação por meio da ultrassonografia tridimensional utilizando o método XI VOCAL/ Estimation of placental volume by three-dimensional ultrasonography with the XI VOCAL method in the first gestational trimester

Nowak, Paulo Martin; Nardozza, Luciano Marcondes Machado; Araujo Júnior, Edward; Rolo, Liliam Cristine; Guimarães Filho, Hélio Antonio; Moron, Antonio Fernandes
2010-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar valores de referência para o volume da placenta entre 7 e 10 semanas e 6 dias de gestação por meio da ultrassonografia tridimensional utilizando o método XI VOCAL (eXtended Imaging Virtual Organ Computer-aided Analysis). MATERIAIS E MÉTODOS: Realizou-se estudo de corte transversal com 70 gestantes normais entre 7 e 10 semanas e 6 dias. Para o cálculo de volume, utilizou-se o método XI VOCAL com delimitação de dez planos adjacentes. Foram dete (mais) rminadas médias, medianas, desvios-padrão, valores máximo e mínimo para o volume da placenta. Para avaliar a correlação do volume da placenta com a idade gestacional, foi criado gráfico de dispersão, sendo o ajuste realizado pelo coeficiente de determinação (R²). RESULTADOS: A média do volume da placenta variou de 4,6 cm³ (2,6-8,6 cm³) a 28,9 cm³ (11,4-66,9 cm³). O volume da placenta (VP) se mostrou altamente correlacionado com a idade gestacional (IG), sendo o melhor ajuste com a regressão exponencial [VP = exp(0,582 × IG + 0,063); R² = 0,82]. CONCLUSÃO: Valores de referência para o volume da placenta no primeiro trimestre de gestação utilizando o método XI VOCAL foram determinados. Resumo em inglês OBJECTIVE: To determine reference values for placental volume at 7 to 10 + 6 weeks of gestation by means of three-dimensional ultrasonography with the XI VOCAL (eXtended Imaging Virtual Organ Computer-aided Analysis) method. MATERIALS AND METHODS: A cross-sectional study was developed with 70 pregnant women at 7 to 10 + 6 weeks of gestation. The XI VOCAL method with ten sequential adjacent planes was utilized in the volume calculations. Means, medians, standard deviation, (mais) minimum and maximum values for placental volume were calculated. A scatter plot adjusted by the determination coefficient (R²) was constructed to correlate placental volume and gestational age. RESULTS: Mean placental volume ranged from 4.6 cm³ (2.6-8.6 cm³) to 28.9 cm³ (11.4-66.9 cm³). The placental volume (PV) has shown to be highly correlated with the gestational age (GA) and the best fit equation was [PV = exp(0.582 × GA + 0.063); R² = 0.82]. CONCLUSION: Reference values for placental volume in the first gestational trimester were determined with the XI VOCAL method.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Análise da variação dos elementos do campo de gravidade na região do Aqüifero Guarani a partir dos dados GRACE

Bomfim, Everton Pereira; Molina, Eder Cassola
2009-03-01

Resumo em português Este trabalho visa estimar e analisar a variação dos elementos do campo de gravidade na região do Aqüífero Guarani em um período de dois anos e três meses - abril de 2002 a julho de 2004 - usando os dados da missão GRACE. Esta variação engloba todas as mudanças de gravidade que são causadas por variações na distribuição de massa da superfície da Terra e pela deformação da Terra Sólida em resposta a estas variações de massa, estimadas pelos coeficient (mais) es de Stokes fornecidos pela missão GRACE. As soluções foram obtidas somente a partir de perturbações de órbita de satélites independentemente de dados de gravidade na superfície oceânica e continental. As soluções mensais do campo gravitacional da Terra fornecidas pela missão GRACE, considerando o grau e a ordem máximos de expansão dos elementos do campo de gravidade em harmônicos esféricos de 150 (fevereiro de 2003 a julho de 2004) e 120 (abril, agosto e novembro de 2002), foram processadas e forneceram valores de altura geoidal e anomalia ar-livre para cada conjunto destas soluções mensais, juntamente com os erros associados. Uma inversão linear 3-D da altura geoidal residual foi realizada para obter a distribuição de densidades tridimensional associada a estas variações, verificando-se assim a viabilidade do uso dos dados do GRACE na investigação da variação das massas de água no Aqüífero Guarani. A partir da anomalia ar-livre e dos dados de um modelo topográfico digital da região obteve-se também a anomalia Bouguer em um perfil representativo do aqüífero, a fim de estimar a correspondente variação da massa de água na região analisada. Resumo em inglês This work estimates the variation of the gravity field elements in a period of two years and three months - April 2002 to July 2004 - using the GRACE mission data in the Guarani aquifer region; these changes are the sum of all the gravity changes that are caused by variations from mass distribution of the Earth's surface and by the deformation of the solid Earth in response to these mass variations. The solutions have been calculated only from the disturbances of the sate (mais) llite orbits and do not depend on the gravity data available in the oceanic and continental areas. The calculations of the Earth's gravity field monthly solutions by using the GRACE mission data, considering the spherical harmonics, i.e., the Stokes coefficients, for the global gravity field, up to degree and order 150 (February/2003 to July/2004) and 120 (April, August and November 2002), have been transformed in geoidal height and free-air anomaly grids, with the respective associated errors. A linear 3-D inversion using the residual geoid height supplied the three dimensional density distribution, showing that the use of the GRACE data in investigation of the water mass variability in Guarani aquifer is feasible. A Bouguer anomaly profile, calculated by using the GRACE free-air anomaly and a digital topographic model data, was used in order to estimate the water mass variation in the Guarani aquifer region.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)