Sample records for thermostats
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 3 shown.



1

Controle automatizado de casas de vegetação: variáveis climáticas e fertigação/ Automatized control in greenhouses: climatic variables and fertigation

Teruel, Bárbara J.
2010-03-01

Resumo em português A aplicação de técnicas de automação e controle em casas de vegetação teve início nos anos 50, com o controle da temperatura através de termostatos; desde então, as mudanças tecnológicas têm abarcado todos os aspectos que compõem o sistema, do projeto estrutural até aspectos relacionados à sustentabilidade. Dentre os parâmetros que devem ser controlados, a temperatura e umidade relativa do ar, a radiação solar, a concentração de CO2, a ventilação e (mais) a fertigação têm tido uma evolução significativa, dos quais se apresenta uma panorâmica através da revisão do estado da arte de trabalhos publicados nessas temáticas, nos últimos anos. Na atualidade, temas relacionados com a redução do impacto ao meio ambiente e a produção eficiente e com qualidade, estão levando as casas de vegetação ao caminho da Agricultura de Precisão. Resumo em inglês The application of techniques of automation and control in greenhouses began in the years 50, starting with the control of temperature through thermostats. Since then, technological changes have covered all aspects that make up the system, from constructional features up to aspects of sustainability. The control of parameters sulh as, temperature and relative humidity, solar radiation, the concentration of CO2, ventilation and fertigation, had significant development, fro (mais) m which it provides a review of published works about these themes in recent years. Currently, issues related to reducing the impact to the environment and efficient production and quality, are taking the greenhouses towards Precision Agriculture.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Tratamento térmico solar da água para controle de fitopatógenos/ Solar heating of water for controlling phytopathogenic microorganisms

Tanaka, Maria Aparecida S.; Ito, Margarida F.; Braga, Carlos A. S.; Armond, Geraldo
2003-08-01

Resumo em português Alguns microrganismos fitopatogênicos podem ser transportados pela água, que se constitui em importante e eficiente forma de disseminação. O controle de fitopatógenos pelo tratamento térmico da água infestada, utilizando a energia solar, constituiu o objetivo do trabalho. Quantificou-se a eficiência de um sistema automatizado de aquecimento solar desenvolvido para esta finalidade, baseado em processo misto de aquecimento da água em circuito fechado, com coletores (mais) planos e transmissão de calor por convecção natural e forçada. A automatização e a equalização da temperatura foram obtidas por termostatos localizados em diferentes pontos. Verificou-se boa eficiência do equipamento, trabalhando na temperatura de 60 ºC, tanto em rendimento de água processada como na eliminação do inóculo de fitopatógenos de importância econômica, como Botrytis cinerea, Colletotrichum spp., Fusarium spp., Pythium spp., Verticillium dahliae e Rhizoctonia solani. À exceção de F. oxysporum f. sp. phaseoli, os patógenos testados não sobreviveram ao tratamento térmico a temperaturas acima de 55 0C. A técnica mostrou-se promissora como uma opção na desinfestação da água para uso em irrigação de viveiros, casas de vegetação e diversas finalidades em pequenas ou médias propriedades agrícolas. Resumo em inglês Some phytopathogenic microorganisms may be transmitted by water representing an efficient means way of inoculum dissemination. The objective of the work was to quantify the efficiency of thermal treatment by solar heating in the control of pathogens in contaminated water. The equipment developed for this purpose was composed of flat collectors and used both natural and forced convection to transfer heat to the circulating water. Thermostats, placed in different locataions (mais) , automatically equalized the temperature of the system. The equipment was verified to peform well at 60 ºC, in terms of water processed as well as in the eradication of economically important pathogens such as Botrytis cinerea, Colletotrichum spp., Fusarium spp., Pythium spp., Verticillium dahliae and Rhizoctonia solani. Except for F. oxysporum f. sp. phaseoli, the other pathogens were inactivated at temperatures above 55 ºC. The technique is a promising option to disinfest the water to be used in nurseries, greenhouses and in small or midsize agricultural exploitations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Sistema automatizado de aquecimento solar para controle de fitopatógenos da água de irrigação/ Automatic solar heating system for control of pathogens in irrigation water

Braga, Carlos A. da S.; Armond, Geraldo; Maziero, José V.G.; Bernardi, José A.; Peche Filho, Afonso; Tanaka, Maria A. de S.; Ito, Margarida F.; Mesquita, Cezar M.
2001-05-01

Resumo em português O sistema automatizado de aquecimento solar, baseou-se em um processo misto de aquecimento da água em circuito fechado, através de coletores planos e dois princípios integrados de transmissão de calor, um por convecção natural e o outro por convecção forçada. A automatização foi realizada por monitores termostáticos diferenciais. Os testes normativos abrangeram as temperaturas programadas de 50, 55 e 60 ºC, que contemplam a faixa de temperatura letal para (mais) a maioria dos fitopatógenos. Os resultados indicaram rendimentos térmicos da ordem de 63, 55 e 52%, superiores, quando comparados aos rendimentos médios de 50, 47 e 45% dos sistemas convencionais. Os resultados experimentais mostraram que o sistema é eficiente para a eliminação de patógenos da água de irrigação, sendo promissor como uma opção de baixo custo para ser usado em viveiros, casas-de-vegetação e pequenas ou médias propriedades agrícolas. Resumo em inglês In the system proposed, which uses flat collectors, both natural and forced convection are responsible for the transfer of heat to the circulating water. The automation of the system is performed by thermostats, placed in different places, electrically connected to other components like valves and a water pump. Under identical test conditions and in the range of temperatures considered (50, 55 and 60 ºC), which includes the reference lethal temperature range for path (mais) ogens, the thermal efficiencies attained were 63, 55 and 52%, which compare favorably with those obtained in conventional systems, these being 50, 47 and 42% respectively, as reported. The results of the experimental trials show that the system described is a viable option to eliminate pathogens present in irrigation water, while its low cost makes it attractive for use in nurseries, greenhouses and on small farms.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)