Sample records for sulfur 37
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 4 shown.



1

Competição de adubos fosfatados no algodoeiro, em ensaio de longa duração/ Phosphate fertilizers competition in a long term experiment with cotton, on a dusky red latosol

Silva, Nelson Machado da; Carvalho, Luiz Henrique; Chiavegato, Ederaldo José; Sabino, Nelson Paulieri; Kondo, Julio Isao
1987-01-01

Resumo em português Após quatro anos de aplicações sucessivas de misturas de adubos contendo P ou P mais S, em ensaio permanente com o algodoeiro, fez-se rotação com cultivo de mucuna-preta na entressafra do quarto para o quinto ano, seguida de calagem visando à adequada correção da acidez do solo. No qüinqüênio 1978-1983, cultivou-se a variedade IAC 18 de algodoeiro, mantendo-se a mesma adubação da primeira fase, que, através de combinações de produtos comerciais, como sulfa (mais) to de amônio, Nitrocálcio, superfosfato triplo, superfosfato simples e cloreto de potássio, forneceu anualmente às plantas N e K em doses constantes e P e S em doses variáveis. Sintomas de deficiência de enxofre, representados especialmente pelo "verde-limão" das folhas de ponteiro, tornaram-se evidentes a partir do quinto ano agrícola (primeiro da segunda fase), coincidindo com tendência para aumento de produtividade do algodoeiro. Entretanto, só após a correção da acidez do solo (pH em H2O ao redor de 6,2), é que a produtividade das plantas se estabilizou em nível alto, e as diferenças a favor das misturas contendo superfosfato simples tornaram-se estatisticamente significativas. Na segunda fase, as doses de 50 e 100 kg/ha de P2O5 proporcionaram acréscimos no volume de produção, respectivamente de 37 e 40%, quando se usou superfosfato triplo na adubação, e de 55 a 67% no caso do superfosfato simples. Em termos de lucro, o superfosfato simples proporcionou acréscimos sobre o triplo da ordem de 55 a 82%, em função da dose de P2O5 usada. Peso de capulho e comprimento de fibra também foram significativamente beneficiados pelo superfosfato simples, enquanto o fornecimento suplementar de enxofre, 120 kg/ha de S, não alterou as características gerais do algodoeiro adubado com a dose básica de 60 kg/ha de S. E proposto que se reavalie a necessidade de incorporar enxofre nas formulações comerciais de adubos, diante dos resultados obtidos. Resumo em inglês After four years of consecutive applications of fertilizer mixtures containing P with or without S, in a long term trial conducted with cotton, on an acid and low-fertility Dusky Red Latosol, velvet bean (Stizolobium atterrimum Piper & Tracy) was cultivated and limestone enough to attain the soil pH around 6.2, was applied. During the next five years, from 1978 to 1983, IAC 18 cotton cultivar was grown with the same fertilization of the initial phase of study. N and K wer (mais) e supplied in constant dosis, and P and S in variable dosis, through the combination of ammonium sulfate, nitrochalk, ordinary superphosphate, triple superphosphate and potassium chloride. Sulfur deficiency symptoms such as the appearance of yellow leaves at the top of plants ("lemon green") occurred from fifth year on, in the plots which received no S, in accordance with a tendency of increasing yield. However, only after acidity correction, it was possible to maintain high cotton yield and to obtain differences statistically significant between fertilizer mixtures with or without S. In the last five-year period, annual application of 50 and 100 kg/ha of P2O5 increased cotton yield, respectivelly of 37 and 40%, as triple superphosphate and of 55 to 67%, in the case of ordinary superphosphate. With regard to economical aspects, boll weight and fiber length, ordinary superphosphate was also superior. The use of additional doses of S (120 kg/ha) however, did not improve the performance of cotton fertilized with 60 kg/ha of S. It was proposed that S should be incorporated in commercial fertilizer mixtures.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Características químicas de amêndoas de barueiros (dipteryx alata vog.) de ocorrência natural no cerrado do estado de Goiás, Brasil/ Chemical characteristics of baru almonds (dipteryx alata vog.) from the savannah of Goiás, Brazil

Vera, Rosângela; Soares Junior, Manoel Soares; Naves, Ronaldo Veloso; Souza, Eli Regina Barboza de; Fernandes, Eliana Paula; Caliari, Márcio; Leandro, Wilson Mozena
2009-03-01

Resumo em português Visando a ampliar os conhecimentos sobre os teores nutricionais de frutos de barueiro, planta nativa do Cerrado, com a finalidade de subsidiar o manejo econômico da cultura, determinaram-se as características químicas de amêndoas de barueiros provenientes de diferentes regiões geográficas do Cerrado goiano. Onze regiões do Estado de Goiás com elevada ocorrência natural de barueiro foram selecionadas e em cada região foram escolhidas, aleatoriamente, doze plantas (mais) em plena produção. Coletaram-se aproximadamente 60 frutos e, após seleção, amostraram-se 20 frutos por árvore. As amêndoas foram retiradas dos frutos e, trituradas, constituindo uma amostra composta. Determinaram-se: umidade, proteína, extrato etéreo, minerais e perfil de ácidos graxos. Os dados foram submetidos à análise de variância, e as médias foram comparadas pelo teste Tukey, a 5% de probabilidade. Os teores médios de umidade das amêndoas de baru variaram nas regiões estudadas entre 2,93-5,07 g (100 g)-1, a proteína entre 25,16-27,69 g (100 g)-1 e o teor de extrato etéreo de 32,42-37,36 g (100 g)-1. Os teores médios de ácidos graxos saturados variaram de 19,93-25,74 g (100 g)-1 e deácidos graxos insaturados de 73,47-79,19 g (100 g)-1. Os ácidos graxos de maior ocorrência foram oleico e linoleico, seguidos pelos ácidos palmítico, lignocérico, esteárico, behênico, gadoleico e araquítico. Os macronutrientes minerais que apresentaram maiores teores, foram potássio, fósforo e enxofre. Com relação aos micronutrientes minerais, o ferro apresentou maior concentração. Resumo em inglês Aiming to broaden the knowledge about the nutritional content of baru fruits, a tree species from the Brazilian Savannah, in order to subsidize its economic management, it was determined the chemical characteristics of baru almonds from different geographical regions. In the state of Goiás eleven sites were chosen for their abundance of baru trees, and at each site twelve trees in full production were randomly selected. Approximately sixty fruits were collected and, afte (mais) r selection, twenty fruits per tree were sampled. The almonds were extracted from the fruits and crushed, constituting a composite sample. Moisture content, protein, ether extract, minerals and fatty acid profiles were determined and submitted to analysis of variance and the means were compared by the Tukey test at 5% of probability. The almonds average moisture contents varied from 2.93 to 5.07g (100g)-1 from 25.16 to 27.69 (100g)-1 for proteins and from 32.42 to 37.36g (100)-1 for ether extract. The average content of saturated fatty acids varied from 19.93 to 25.74g (100 g)-1, and the unsaturated fatty acids varied from 73.47 to 79.19g (100g)-1. The most common fatty acids were oleic and linoleic, followed by palmitic, lignoceric, estearic, behenic gadoleic and araquitic. The most common mineral macronutrients were potassium, phosphorus and sulfur. Among the mineral micronutrients, iron had the highest concentration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Níveis do subproduto concentrado da produção de lisina em dietas com alto concentrado para tourinhos Santa Gertrudes em terminação/ Effects of feeding different levels of a by-product of lysine production on finishing Santa Gertrudis young bulls fed high energy diets

Henrique, Wignez; Leme, Paulo Roberto; Lanna, Dante Pazzanese Duarte; Alleoni, Guilherme Fernando; Sampaio, Alexandre Amstalden Moraes
2005-12-01

Resumo em português O experimento foi realizado objetivando-se caracterizar o subproduto concentrado da produção de lisina (SPL) e avaliar o desempenho e as características de carcaça de tourinhos Santa Gertrudes confinados recebendo níveis crescentes desse subproduto na dieta. O SPL resulta do processo de produção de lisina e é parcialmente seco. Apresentou aproximadamente 38% de matéria seca e 85% de proteína bruta na matéria seca, sendo que 79% desse nitrogênio encontrava-se n (mais) a forma não-protéica. Não foram observados metais pesados em níveis tóxicos. Vinte e sete animais, com dez meses de idade e peso inicial de 242 kg, receberam silagem de milho, 80% de concentrado e 0; 4,5 ou 9,0% de SPL na matéria seca da dieta. O período experimental foi de 115 dias, após 56 dias de adaptação. A inclusão do SPL na dieta determinou efeito quadrático sobre o ganho de peso, o consumo diário de matéria seca, o peso final e o peso de carcaça; efeito linear decrescente sobre a eficiência alimentar e o rendimento de carcaça; e aumento da espessura de gordura de cobertura e do peso do fígado. Não foram observadas diferenças entre tratamentos para a área de olho de lombo. As diferenças no desempenho não foram associadas ao menor consumo de alimentos ou ao teor de enxofre das dietas. O nível de 3,7% de SPL na matéria seca da dieta foi considerado o máximo recomendado para tourinhos em terminação recebendo dietas com alto teor de energia, quando o ganho diário de peso esperado seria de 1,23 kg/animal. Resumo em inglês The objective of this trial was to characterize the byproduct of lysine production (BLP) and to evaluate performance and carcass traits of confined Santa Gertrudis young bulls receiving increasing dietary levels of BLP. The chemical composition of BLP was the following (dry matter basis): 38% dry matter and 85% crude protein with 79% of this total coming from nonprotein nitrogen; no toxic levels of heavy metals were detected. Twenty-seven young bulls averaging ten months (mais) of age and initial body weight of 242 kg were used in this trial. Animals received corn silage plus 80% of concentrate and one of the following levels of BLP: 0, 4.5 or 9.0% on dry matter basis. The experimental period lasted 115 days with 56 days for diet adaptation. Average daily weight gain, dry matter intake, final weight, and carcass weight all responded quadraticaly when the dietary levels of BLP increased from 0 to 9.0%. Feed efficiency and carcass dressing decreased linearly while fat thickness and liver weight increased linearly with incremental levels of BLP in the diet. No significant differences for Longissimus muscle area were observed across treatments. Lower feed intake or dietary sulfur levels did not explain the observed differences in the performance. The maximum recommended dietary level of BLP for finishing young bulls fed high energy diets was 3.7% for expected daily weight gain of 1.23 kg per animal.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Caracterização química e nutricional de plasteína produzida a partir de hidrolisado pancreático de isolado protéico de soja/ Chemical and nutritional characterization of plastein produced from pancreatic hydrolysate of soy protein isolate (SPI)

Martins, Myrian Thereza Serra
2005-12-01

Resumo em português O presente trabalho teve como objetivo realizar a caracterização química e nutricional da plasteína produzida a partir de isolado protéico de soja (IPS). O hidrolisado de IPS foi produzido em sistema descontínuo, 5% de substrato, relação enzima/substrato 1/20, 6 h, 37°C, sob agitação. A plasteína foi produzida com 40% de substrato em solução aquosa, pH 7, 24 h a 37°C, sob repouso. Na caracterização química, foi verificada a distribuição dos pesos (mais) moleculares por meio de eletroforese (SDS-PAGE) e cromatografia de exclusão molecular (CEM). A SDS-PAGE não permitiu a visualização das bandas tanto no hidrolisado quanto na plasteína. Na CEM o hidrolisado apresentou 5 frações de PM na faixa de 5,4 a 66,2 kDa e a plasteína com 2 frações de PM na faixa de 9,6 e 58,7 kDa. O escore químico de aminoácidos essenciais confirmou a presença dos aminoácidos sulfurados como limitantes, sendo obtidos os valores de 93,2 e 96,4% para o hidrolisado e plasteína, respectivamente. A modificação enzimática através da reação de síntese de plasteína mostrou ser um processo viável na produção de matéria-prima para formulações alimentares de uso em nutrição clínica e em outros sistemas, sendo necessária a suplementação de metionina quando utilizada como fonte exclusiva de proteína. Resumo em inglês The objective of this research was to characterize chemically the plastein produced from a pancreatic hydrolysate of soy protein isolate (SPI). The SPI hydrolysate was obtained by an enzymatic discontinuous process, with a 5% substrate concentration, an enzyme/substrate ratio of 1/20, 37ºC, 6 hours under constant stirring. The plastein was produced from this hydrolysate with a 40% substrate (w/v), pH 7, 37ºC, for 24 hours without stirring. The protein profile was analyz (mais) ed by gel electrophoresis (SDS-PAGE) and by molecular exclusion chromatography (MEC). The SDS-PAGE did not permit the bands visualization. The MEC pointed that the SPI hydrolysate presented 5 zones in the region between 5.4 and 66.2 kDa while plastein presented 2 zones in the MW of 9.6 and 58.7 kDa. The amino acid scoring showed that the limiting amino acids were the sulfur-containing amino acids; reference values of 93.2 and 96.4% were observed for the hydrolysate and plastein, respectively. The enzymatic modification through the plastein synthesis reaction showed to be a viable process for production of raw material in food formulation for clinical nutrition and other systems, but it should be supplemented when used exclusive source protein.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)