Sample records for spatial dependence
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Dependência espacial da eficiência do uso da terra em assentamento rural na Amazônia/ Spatial dependence of land use efficiency in an Amazon rural settlement

Gomes, Eliane Gonçalves; Grego, Célia Regina; Mello, João Carlos Correia Baptista Soares de; Valladares, Gustavo Souza; Mangabeira, João Alfredo de Carvalho; Miranda, Evaristo Eduardo de
2009-01-01

Resumo em português Mudanças no uso e manejo da terra podem ser responsáveis por incrementos na produtividade agrícola. Neste artigo propõe-se o uso de modelos de Análise de Envoltória de Dados (DEA) para avaliar a distribuição espacial da eficiência de agricultores familiares na forma do uso da terra. Estudou-se a evolução da "produtividade da terra" para um grupo de agricultores de Machadinho d'Oeste (RO), para quatro períodos de tempo. As variáveis dos modelos DEA foram as pr (mais) oduções de arroz, milho e café como outputs, e a área total plantada dessas culturas como input. Os resultados mostram que o plantio simultâneo de arroz e milho foi a combinação de melhor desempenho. Houve dependência espacial para a eficiência produtiva nos quatro anos avaliados. Os anos de 1999 e 2002 apresentaram maior uniformização em termos da eficiência produtiva dos lotes por toda área, com os lotes mais eficientes concentrando-se na parte central da área de estudo. Resumo em inglês Agricultural productivity enhancement can be due to land use and land handling changes. In this paper we propose the use of Data Envelopment Analysis models (DEA) to evaluate the spatial distribution of family farmers land use efficiency. We studied the "land productivity" evolution for a sample of family farmers from Machadinho d'Oeste (RO), during four periods of time. DEA models variables were rice, maize and coffee productions as outputs, and these crops total cultiva (mais) ted area as input. As a result we noticed that cultivating simultaneously rice and maize was the best performance case. Efficiency measurements had spatial dependence in the four periods of time. In 1999 and 2002 farms productive efficiency measurements were more uniformly distributed; the most efficient farmers were concentrated in the central part of the studied area.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Dependência espacial da resistência do solo à penetração e do teor de água do solo sob cultivo contínuo de cana-de-açúcar/ Spatial variability of soil penetration resistance and soil moisture at different periods of sampling under sugarcane crop

Souza, Zigomar Menezes de; Campos, Milton César Costa; Cavalcante, Ítalo Hebert Lucena; Marques Júnior, José; Cesarin, Luiz Gilberto; Souza, Sandro Rogério de
2006-02-01

Resumo em português O cultivo intensivo dos solos e a utilização de máquinas e equipamentos pesados promovem a compactação do solo. A resistência do solo à penetração é uma medida que detecta esta compactação, contudo ela é fortemente influenciada pelo teor de água no solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do teor de água no solo na variabilidade espacial da resistência do solo à penetração em um Latossolo Vermelho distrófico. Uma área de 1ha cultivada há (mais) 40 anos com cana-de-açúcar foi amostrada nos pontos de cruzamento de uma malha, com intervalos regulares de 10m, perfazendo um total de 100 pontos. As amostras de solo foram coletadas nas profundidades de 0,00-0,15m, 0,15-0,30m e 0,30-0,45m, 24 e 72 horas após uma chuva de 38mm. Resultados de resistência do solo à penetração indicaram um estado alto de compactação nas duas épocas de amostragem. O teor de água no solo afetou consideravelmente a variabilidade espacial da resistência do solo à penetração e quanto maior o teor de água menor foi a dependência espacial. A malha de amostragem deve ser mais adensada em relação à utilizada neste estudo quando o teor de água no solo for superior ao observado 72 horas após a chuva, a fim de se avaliar a variabilidade espacial para a resistência do solo à penetração. Resumo em inglês The intensive cultivation of soil and the use of machines and equipment promote soil compaction. Soil penetration resistance is a measure that detects this compaction, nevertheless soil moisture influences hardly on soil penetration resistance. The objective of this work was to evaluate the effect of soil moisture on the spatial variability of soil penetration resistance of an Oxisol. An area cultivated for 40 years with sugarcane was sampled in the crossing points of a r (mais) egular grid, with 10 m intervals, comprising 100 points. Soil samples were collected at 0.00-0.15m, 0.15-0.30m and 0.30-0.45m depths, 24 and 72 hours after a 38mm precipitation. Soil penetration resistance values indicated that compaction was high at the two sampling periods. Soil moisture influenced the spatial variability of soil penetration resistance and a smaller spatial dependence was related to higher soil moistures. The grid used for the evaluation of soil penetration resistance variability must be closer than the one used for this study when the soil moisture is higher than the moisture observed 72 hours after the precipitation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Incorporação da dependência espacial na análise de um experimento de avaliação de progênies de milho quanto à resistência à ferrugem comum/ Spatial dependency analysis of a maize progeny to evaluation the common rust resistance

Silva, Heyder Diniz; Guimarães, Edinaldo Carvalho; Pedrosa, Michelle Gonçalves
2004-10-01

Resumo em português Fenômenos naturais, principalmente aqueles observados na agricultura, tais como produtividade de grãos e incidência de doenças, apresentam-se espacialmente autocorrelacionados. Conduziu-se este trabalho com o objetivo de avaliar a existência de dependência espacial entre as notas, relativas à resistência de progênies de milho à ferrugem comum e seus efeitos sobre a seleção de progênies. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso com três re (mais) petições e 100 tratamentos (98 progênies F3 e duas testemuhas). Na análise dos dados, considerou-se o modelo com erros independentes e com erros espacialmente autocorrelacionados. Verificou-se que o modelo com erros espacialmente correlacionados ajustou-se melhor aos dados. O efeito da dependência espacial foi altamente significativo, com alcance de 1,36 m. O número de progênies selecionadas ao se considerar a dependência espacial caiu de 23 para 11, e essas apresentaram um padrão de dispersão no campo bem mais condizente com o esperado. Resumo em inglês The aim of this work was to evaluate the spatial dependency among the resistance scores of 98 maize progenies to the common rust (Puccinia sorghi) and its effects over the selection process. A randomized block design with 100 treatments (98 F2 progênies and two checks) was used. Models with independents and spacialy autocorrelated error were taken in account for the data analysis. The experiment showed a high spacial dependence. 23 progenies had been selected with the un (mais) adjusted means, and only 11 progenies showed the status of resistant, when the spacial dependence was take into account.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Aplicação de métodos geoestatísticos para identificação de dependência espacial na análise de dados de um ensaio de espaçamento florestal em delineamento sistemático tipo leque/ Application of geostatistical methods to identify spatial dependence in the data analysis of a forest spacing experiment with a fan systematic design

Oda-Souza, Melissa; Barbin, Décio; Ribeiro Júnior, Paulo Justiniano; Stape, José Luiz
2008-06-01

Resumo em português Os delineamentos sistemáticos se destacam pela sua compacidade e abrangência e por permitir testar maior número de espaçamentos possíveis. No entanto, não é utilizado devido ao arranjo sistemático (não casualizado) das plantas e à alta sensibilidade para valores perdidos. O objetivo deste trabalho foi descrever o modelo geoestatístico e métodos associados de inferência no contexto de análise de experimentos não aleatorizados, reportando resultados aplicados (mais) para identificar a dependência espacial em um particular experimento em delineamento sistemático tipo leque de Eucalyptus dunnii. Também foram propostas, analisadas e comparadas diferentes alternativas para tratar dados faltantes que pudessem advir de falhas e, ou, mortalidade de plantas. Os dados foram analisados seguindo-se três modelos que diferiram, com co-variáveis, na forma de tratar os dados faltantes. Para cada um destes foi construído um semivariograma, com o ajuste de três modelos de função de correlação, sendo os parâmetros estimados pelo método de máxima verossimilhança e selecionados pelo critério de Akaike. Esses modelos, com e sem o componente espacial, foram comparados pelo teste da razão de verossimilhança. De acordo com os resultados, verificou-se que: (1) as co-variáveis interagiram positivamente com a variável de resposta, evitando que dados coletados sejam desperdiçados; (2) a comparação dos modelos, com e sem o componente espacial, não confirmou a existência de dependência; (3) a incorporação da estrutura de dependência espacial aos modelos observacionais recuperou a capacidade de fazer inferências válidas na ausência de aleatorização, permitindo contornar problemas operacionais e, assim, garantindo que os dados possam ser submetidos a uma análise clássica. Resumo em inglês The systematic design stands out for its compactness, broadness and for allowing the testing of a larger number of spacings. However, it is not used due to the systematic arrangement (non-randomized) of the plants and the high sensibility for missing values. The aim of this work was to describe the geostatistic model and associated methods of inference in the analysis context of non-randomized experiment, reporting applied results to identify the spatial dependence in a f (mais) an systematic design of Eucalyptus dunnii. Furthermore, different alternatives for treating missing values that can occur from flaws and/or mortality of plants were proposed, analyzed and compared. Data were analyzed by three models that differed, with covariates, in the form of modeling missing data values. A semivariogram was built for each model, adjusting three correlation function models, being the parameters estimated through the maximum likelihood method and selected by the Akaike's criterion. These models, with and without the spatial component, were compared by the likelihood ratio test. The results showed that: (1) the covariates interacted positively with the response variable, avoiding data to be discarded; (2) the model comparison, with and without the spatial component, did not confirm the existence of dependence; (3) the incorporation of the spatial dependence structure into the observational models recovered the capacity to make valid inferences in the absence of randomization, overcoming operational problems and guaranteeing that the data can be subjected to classic analysis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Variabilidade espacial de atributos do solo antes e após calagem e fosfatagem em doses variadas na cultura de cana-de-açúcar/ Spatial variability of soil properties before and after lime and phosphorus fertilizer application at variable rates in sugarcane

Corá, José E.; Beraldo, José M. G.
2006-08-01

Resumo em português Avaliou-se a distribuição espacial de atributos do solo por meio de mapas de isolinhas elaborados a partir da variabilidade espacial dos atributos expressa no semivariograma e por meio de interpolação linear, antes e após a aplicação de doses variadas de calcário e fertilizante fosfatado na cultura de cana-de-açúcar. Foram coletadas amostras de solo na intensidade de uma amostra por hectare, na profundidade de 0-0,20 m, em três talhões comerciais de cana-de-a� (mais) �úcar. Os mapas de isolinhas elaborados por meio da krigagem, levando-se em consideração a existência de dependência espacial de atributos do solo, expressa no semivariograma, apresentaram maior precisão e diferentes padrões de ocorrência da distribuição espacial dos atributos, comparados àqueles construídos utilizando-se do interpolador linear para a estimativa dos valores em locais não medidos. A densidade de amostragem igual a uma amostra por ha não foi suficiente para revelar a dependência espacial dos teores de P e valores de V no talhão C, e de V no talhão A. Os talhões A e B apresentaram maior continuidade espacial para os teores de P e o talhão B maior continuidade espacial para V. Houve aumento da continuidade espacial dos atributos depois de realizada a calagem e a fosfatagem em doses variadas. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the spatial variability of soil properties by soil maps developed by different methods, before and after liming and phosphorus fertilizer application at variable rates. Soil georeferenced samples were obtained from 0 - 0,20 m depths in three sugarcane fields (A, B and C). Lime and phosphorus requirement were calculated and applied at variable rates. Soil maps generated from semivariogram parameters showed different patterns and w (mais) ere more precise than those generated from linear interpolation method. Liming and phosphorus variable rate application reduced the spatial variability of base saturation (V) and phosphorus level (P) in the experimental area. The soil sampling intensity equal to one per ha used in this work was not sufficient to assess the spatial variability of P and V levels in the C field and the V levels in the B field.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Variabilidade espacial e temporal da produtividade de culturas sob sistema plantio direto/ Spatial and temporal variability of grain yield under no-tillage cropping system

Amado, Telmo Jorge Carneiro; Pontelli, Charles Bolson; Santi, Antônio Luís; Viana, João Herbert Moreira; Sulzbach, Luciano Augusto de Souza
2007-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade espacial e temporal da produtividade de soja, milho e trigo, em uma lavoura comercial de 57 ha, não irrigada, manejada há mais de dez anos sob sistema plantio direto, em um Latossolo Vermelho distrófico típico, em Palmeira das Missões, RS. A coleta de dados de produtividade de seis cultivos, entre 2000 e 2005, foi realizada por colhedora equipada com monitor de produtividade. Análises estatísticas e geoestatíst (mais) icas foram realizadas a fim de avaliar a variabilidade espacial e a presença de dependência espacial ao longo dos anos. A produtividade da soja, do milho e do trigo alcançada apresenta variabilidade com continuidade espacial, correlacionando-se entre si, ao longo dos anos. Em anos de deficit hídrico, verifica-se aumento da variabilidade espacial da produtividade. A cultura do milho é mais eficiente do que a da soja em detectar a variabilidade espacial da produtividade existente na lavoura. Resumo em inglês The objective of this work was to analyze the spatial and temporal yield variability of soybean, corn and wheat in a 57 ha cropland, without irrigation, under no-till for more than ten years in a Typic Hapludox, located in Palmeira das Missões, RS. Yield data of crops from 2000 to 2005 were collected using a combine equipped with yield monitor. Statistical and geostatistical analysis were performed to monitor the range of the spatial variability and its spatial dependenc (mais) e, as well as its behavior over the years. Soybean, corn and wheat yield present spatial variability, which is maintained over time. In dry years, yield variance coefficient increases compared to wet years. Corn was more efficient than soybean to identify spatial yield variability in the cropland.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Avaliação da continuidade espacial de características dendrométricas em diferentes idades de povoamentos clonais de Eucalyptus sp./ Evaluation of spatial continuity of dendrometric characteristics of clonal stands of Eucalyptus sp. at different ages

Kanegae Junior, Honório; Mello, José Marcio de; Scolforo, José Roberto S.; Oliveira, Antônio Donizette de
2007-10-01

Resumo em português O conhecimento da estrutura de continuidade espacial das características dendrométricas pode propiciar um eficiente controle de variação sobre as variáveis que se deseja estimar nos inventários sucessivos. Esse controle pode ser efetivado pelo uso de estratificadores baseados em mapas resultantes da krigagem estatística. Entretanto, o uso da krigagem carece de informações sobre a questão da continuidade espacial das variáveis descritoras dos povoamentos de Euca (mais) lyptus sp., assim como o comportamento dessas características no tempo. Este estudo teve como objetivo avaliar a estrutura de continuidade espacial de três características dendrométricas de 23 povoamentos clonais de Eucalyptus sp. em três medições sucessivas, localizados em regiões distintas do Estado de São Paulo. Para cada povoamento, variável e medição, ajustaram-se semivariogramas experimentais pelo método dos Quadrados Mínimos Ponderados. Através do grau de dependência espacial obtido pelos semivariogramas experimentais, avaliou-se o comportamento da continuidade espacial das variáveis. Mais de 70% dos povoamentoss analisados apresentaram de média a forte dependência espacial para volume e 80% para as variáveis área basal e altura dominante. O alcance das variáveis apresentou variações de 300 a 3.000 m, dependendo do povoamento e da idade de medição. O porcentual de povoamentos com forte dependência espacial decresce com a idade, tendendo ao patamar de média dependência espacial, em todas as variáveis analisadas. O grau de dependência espacial ao longo de sucessivas medições variou de povoamento para povoamento e de medições para medições, podendo diminuir ou aumentar com o tempo, indicando que em cada povoamento e medição seja feita uma análise específica da continuidade espacial da variável de interesse. Resumo em inglês The knowledge on the structure of spatial continuity of dendrometric characteristics can provide an efficient control of variation in the variables to be estimated in successive inventories. This control can be achieved by using of stratifiers based on maps from statistical kriging. However, kriging lacks information on the spatial continuity of descriptor variables for Eucalyptus sp. stands, as well as the behavior of this characteristic over time. This study evaluated t (mais) he structure of spatial continuity for three dendrometric characteristics of 23 clonal stands of Eucalyptus sp. in 3 successive measurements, located in different areas of SP state. For each stand, variable and measurement, experimental semivariograms were adjusted by the weighted least squares method. Through the degree of spatial dependence obtained by the experimental semivariograms, the behavior of the spatial continuity of variables was evaluated. More than 70% of the analyzed stands showed average to strong spatial dependence for volume and 80% for the variables basal area and dominant height. The range of the variables showed variations from 300 to 3.000 m, depending on the stand and age of measurement. The percentage of stands with strong spatial dependence decreases with age, tending to a sill of average spatial dependence, for all the analyzed variables. The degree of spatial dependence along successive measurements varies from stand to stand and from measurement to measurement, being likely to decrease or increase with time, suggesting a specific analysis of spatial dependence for the variable of interest for each stand and measurement.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Continuidade e distribuição espacial da umidade do solo em bacia hidrográfica da Serra da Mantiqueira/ Spatial continuity and distribution of soil moisture in a watershed of the Mantiqueira Range

Ávila, Léo F.; Mello, Carlos R. de; Silva, Antônio M. da
2010-12-01

Resumo em português O entendimento associado à continuidade espacial da umidade do solo é imprescindível para compreensão e predição de fenômenos relacionados aos processos hidrológicos. A metodologia geoestatística tem sido empregada muitas vezes, para estudos desta natureza. Neste contexto, o semivariograma é utilizado para modelar a continuidade espacial de uma variável para, seu posterior mapeamento. O objetivo no presente estudo foi modelar a continuidade espacial da umidade (mais) do solo em uma bacia hidrográfica experimental na região da Serra da Mantiqueira, Minas Gerais, e posteriormente o mapeamento da umidade do solo ao longo do tempo. Os modelos de semivariograma exponencial, esférico e gaussiano, foram ajustados por Mínimos Quadrados Ordinários, Mínimos Quadrados Ponderados e Máxima Verossimilhança, testando sua aderência pelo grau de dependência espacial e validação cruzada. O modelo exponencial apresentou melhor ajuste em 59% dos casos. O grau de dependência espacial médio foi de 88%, conferindo forte grau de dependência à estrutura de continuidade espacial. O mapeamento da umidade do solo mostrou comportamento fortemente associado ao uso do solo e condições topográficas. Resumo em inglês The knowledge related to the spatial continuity of the soil moisture is essential for understanding and prediction of the hydrological processes. The geostatistical methodology has often been applied in such studies. In this context, the semi-variogram is used to model the spatial continuity of a specific variable for its mapping. This work aimed to model the spatial continuity of soil moisture in an experimental watershed located in Mantiqueira Range, MG, and then to gen (mais) erate map of soil moisture through the year. Exponential, spherical and gaussian semi-variogram models were fitted applying the Ordinary Least Square, Weighted Minimum Square and Maximum Likelihood methodologies, testing their adherence based on the Spatial Dependence Degree and database from Cross-Validation procedure. The exponential model presented better performance in 59% of the situations. The mean Spatial Dependence Degree was 88%, showing a strong dependence degree to the spatial continuity structure. The soil moisture mapping demonstrated behavior strongly associated to the land use and topographical conditions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Um modelo espacial de demanda habitacional para a cidade do Recife

Dantas, Rubens Alves; Magalhães, André Matos; Vergolino, José Raimundo de Oliveira
2010-12-01

Resumo em português Este trabalho mostra a importância da utilização da econometria espacial nos estudos dos fenômenos relacionados à economia urbana, em particular, no comportamento do mercado habitacional. Nas análises realizadas, com o objetivo de estimar uma Função de Demanda por Habitação para a cidade do Recife, com base em informações do Censo Demográfico (2000) e dados de imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal, verificaram-se fortes indícios de dependência (mais) espacial em todas as variáveis econômicas exploradas. Verifica-se que a maneira de considerar a questão espacial, em função de distâncias da habitação a polos de influência ou dividindo o espaço em regiões, como vem ocorrendo corriqueiramente na literatura, não é capaz de explicar completamente o comportamento da demanda por habitação. Os resultados indicam que as equações de demanda tradicionalmente estimadas, sem levar em conta os efeitos de dependência espacial, podem gerar resultados tendenciosos, com a elasticidade-preço representando menos de 50% da estimativa do modelo espacial. Resumo em inglês This paper shows the importance of using spatial econometrics in the studies related to the analysis of housing market's behavior. In empirical analysis carried out on the object of estimating a Housing Demand Function for the city of Recife, Brazil, based in information from the Demographic Census (2000) and data from real state financed by Caixa Econômica Federal, strong indications of spatial dependency were verified in all explored economical variables. One verifies (mais) that the manner of considering the spatial issue as a function of distances of housing to influence poles or space division in regions, like currently occurring in literature, is not capable of explaining entirely the behavior of the housing demand. The results indicate that the demand equations traditionally estimated, without considering the effects of spatial dependency may generate biased results, where the price-elasticity by the traditional model represents less than 50% of the estimates of the spatial model.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Análise espacial das internações por doenças do coração no Vale do Paraíba/ Spatial analysis of hospitalization for heart diseases in Vale do Paraíba

Soares, Paula A.; Nascimento, Luiz Fernando C.
2010-06-01

Resumo em português FUNDAMENTO: As doenças isquêmicas do coração (DIC) são causa importante de internação no Vale do Paraíba paulista. OBJETIVO: Identificar padrões de distribuição espacial para internações por infarto agudo do miocárdio (IAM) e DIC no Vale do Paraíba paulista. MÉTODOS: Realizou-se um estudo ecológico e exploratório utilizando técnicas de análise espacial dos dados de internação por infarto agudo do miocárdio e doença isquêmica do coração no Vale d (mais) o Paraíba paulista entre 2004 e 2005. A análise estatística espacial utilizou uma base de dados georreferenciados de 35 municípios e rotinas de estatística espacial. Os dados de internações foram obtidos no Portal Datasus do Ministério da Saúde. As variáveis estudadas foram o número de internações por sexo masculino e feminino, na faixa etária acima dos 30 anos. Para avaliação da dependência espacial foram utilizados os coeficientes de autocorrelação global de Moran e o índice local de Moran. Também foram analisadas as correlações entre as variáveis pelo programa TerraView. O nível de significância foi de 5%. RESULTADOS: Foram identificadas 6.287 internações. As taxas foram de 161,66/100 mil. Do total dos 35 municípios, 31,4% possuem taxas acima da média. Os coeficientes de Moran (global) mostraram significância estatística. Os índices locais mostraram agrupamentos, apontando um aglomerado com 9 municípios onde ocorre dependência espacial com dinâmicas próprias. CONCLUSÃO: A análise espacial permitiu identificar aglomerado espacial no médio Vale do Paraíba paulista para as internações por infarto agudo do miocárdio e doença isquêmica do coração, permitindo intervenção para redução das taxas. (Arq Bras Cardiol 2007;88(6):624-628) Resumo em inglês BACKGROUND: Ischemic heart diseases (IHD) are important causes of death in the Vale do Paraíba paulista. OBJECTIVE: To identify patterns of spatial distribution of hospitalizations for acute myocardial infarction (AMI) and IHD in the Vale do Paraíba paulista. METHODS: This was an ecological study using exploratory spatial analysis of hospitalization data for acute myocardial infarction and ischemic heart disease in the Vale do Paraíba between 2004 and 2005. The statist (mais) ical analysis used spatial georeferenced databases of 35 municipalities and spatial statistics routines. The admission data were obtained from the Portal Datasus of the Ministry of Health. The variables were the number of admissions for males and females aged over 30 years. To evaluate the spatial dependence we used the autocorrelation coefficients of Global Moran and Local Moran's index. We also analyzed the correlations between variables, using the TerraView program. The level of significance was 5%. RESULTS: Among 6,287 admissions, the rates were 161.66/100 thousand. Of the total of 35 municipalities, 31.4% had rates above average. The coefficient of Moran (global) showed a statistical significance. Local indexes showed clusters, indicating a cluster of 9 municipalities in which there was spatial dependence with their own dynamics. CONCLUSION: In the mid Vale do Paraíba paulista, the spatial analysis identified spatial clusters of hospitalizations due to acute myocardial infarction and ischemic heart disease, allowing intervention to reduce rates. (Arq Bras Cardiol 2007;88(6):624-628)

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Variabilidade espacial de propriedades físicas do solo em uma parcela experimental/ Spatial variability of soil physical properties on an experimental plot

Grego, Celia Regina; Vieira, Sidney Rosa
2005-04-01

Resumo em português Experimentos de solo realizados no campo necessitam de estudos que verifiquem a variabilidade espacial do solo. O objetivo deste trabalho foi estudar a variabilidade espacial de propriedades físico-hídricas do solo em uma parcela experimental, usando métodos geoestatísticos. O experimento foi realizado em 1982 no Centro Experimental do Instituto Agronômico em Campinas (SP), em um Latossolo Vermelho sob preparo convencional, numa parcela de 30 x 30 m, com grade de pon (mais) tos a cada 5 m. As propriedades analisadas foram: teor de água do solo, porosidade, densidade do solo, resistência à penetração e retenção de água. Para analisar a variabilidade espacial, utilizou-se a geoestatística, por meio da análise de semivariogramas, interpolação dos dados por krigagem e construção de mapas de isolinhas. A dependência espacial ocorreu principalmente nas variáveis obtidas na camada superficial do solo (0-25 cm), apresentando dependência espacial moderada e forte. Houve correlação positiva significativa entre retenção de água e densidade do solo. A dependência espacial encontrada e a semelhança de comportamento entre as variáveis permitiram inferir que amostragem ao acaso seria falha, pois esconderia a variabilidade encontrada, interferindo nas respostas dos tratamentos, caso fosse instalado um experimento que exigisse independência entre amostras. Resumo em inglês Field experiments involving soils require previous verification of the soil spatial variability. The objective of this research was to study the spatial variability of soil physical properties of an experimental plot using geostatistics. The experiment was conducted in 1982 at the Experimental Center of the Instituto Agronômico in Campinas, state of São Paulo, Brazil, on a Red Latosol (Rhodic Ustox) under conventional tillage in a 30 x 30 m area, with sampling points ar (mais) ranged in a 5 m square grid. The analyzed properties were water content, porosity, bulk density, penetration resistance, and water retention. The spatial variability was evaluated by geostatistical analysis of semivariograms and kriging interpolation of the data for the construction of maps. Spatial dependence occurred mainly for the variables from the upper soil layer (0-25 cm), showing moderate and strong spatial dependence. A significant positive correlation was found between water retention and bulk density. The observed spatial dependence and similar behavior of the variables allowed the inference that random sampling would not be enough to characterize a field, as it would fail to show the variability. In cases where an experiment requires independent samples, the response to the treatments would be affected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Variabilidade espacial dos teores de macronutrientes em latossolos sob sistema plantio direto/ Spatial variability of macronutrient contents in untilled oxisols

Zanão Júnior, Luiz Antônio; Lana, Regina Maria Quintão; Guimarães, Ednaldo Carvalho; Pereira, Josefa Monteiro de Araújo
2010-04-01

Resumo em português A eficácia dos planos de amostragem do solo pode ser aumentada se for conhecida e considerada a variabilidade espacial de seus atributos, e, para isso, devem ser estudados os fatores que a determinam. O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade espacial dos teores de macronutrientes P, K, Ca, Mg e S em dois Latossolos, um muito argiloso e outro de textura média, cultivados com manejo semelhante, há oito anos sob sistema plantio direto. A coleta das amostras d (mais) o solo foi realizada em intervalos regulares de 50 m, totalizando 121 pontos, em duas camadas (0-10 e 10-20 cm). Os dados foram avaliados por estatística descritiva e geoestatística, com base no ajuste de semivariogramas. Verificou-se que a dependência espacial varia conforme o elemento, a textura do solo e a profundidade de coleta da amostra. Assim, o Latossolo de textura média, de maneira geral, apresentou maior variabilidade espacial para os teores dos nutrientes em relação ao de textura muito argilosa. A camada de 0-10 cm, nos dois Latossolos, proporcionou maior variabilidade espacial para os teores dos nutrientes avaliados. A análise de dependência espacial mostrou que, nos dois solos e nas duas camadas, a maioria dos nutrientes estudados apresentou moderada correlação espacial. Os modelos de semivariogramas ajustados foram o exponencial e o esférico, sendo o primeiro em maior quantidade. Maiores teores de todos os macronutrientes avaliados foram verificados nos primeiros 10 cm do solo. Os valores de alcance da dependência espacial foram menores no Latossolo de textura média, variando de 9 a 29 m; no de textura muito argilosa eles variaram de 31 a 399 m. Se for adotada a geoestatística no esquema de amostragem, o número de amostras a serem coletadas será menor no Latossolo de textura muito argilosa, devido aos maiores valores do alcance apresentados por todas as variáveis. Resumo em inglês The effectiveness of soil sampling plans may be increased if the spatial variability of soil properties is known and taken into consideration; the factors that determine it should therefore be studied. The objective of this paper was to evaluate the spatial variability of the contents P, K, Ca, Mg, and S in two Oxisols, one very clayey and the other with medium texture, managed in a similar system for eight years, in no-tillage. Soil samples were collected at regular dist (mais) ances of 50 m, totaling 121 points in two layers (0-10 and 10-20 cm). The data were analyzed with descriptive statistics and geostatistics, based on the adjustment of semivariograms. It was found that spatial dependence varies with the nutrient, soil texture and sampling depth. Thus, the spatial variability of the medium texture Oxisol for nutrient levels was generally greater than of the very clayey Oxisol. The spatial variability for nutrient levels was highest in both Oxisols in the 0-10 cm layer. The analysis of spatial dependence showed that the spatial correlation in both soils and both layers was moderate for most nutrients studied. Exponential and spherical semivariogram models were adjusted, the first in greater quantity. Highest amounts of all nutrients were detected in the top 10 cm of soil. The range of spatial dependence in the medium texture Oxisol was lower (9-29 m) than in the very clayey Oxisol (31-399 m). If adopted in a geostatistical sampling scheme, the number of samples to be collected will be lower in the very clayey soil, due to the wider range of all variables.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Análise espacial da produtividade agrícola no Estado do Paraná: implicações para o seguro agrícola

Ozaki, Vitor
2008-09-01

Resumo em português O presente estudo tem como objetivo analisar espacialmente os dados de produtividade agrícola. Através da estatística espacial, é possível estimar alguns parâmetros do semivariograma relevantes para estudar o problema do risco sistêmico, com implicações nos programas de seguro agrícola. Em particular, estimaram-se os parâmetros de alcance para se verificar a distância, na qual a correlação espacial tende a zero. Para a análise empírica, utilizaram-se dados (mais) de produtividade agrícola municipal do IBGE para soja e milho, no estado do Paraná, no período de 1990 a 2002. O estudo mostrou que, de fato, a dependência espacial destes dados existe, tornando-se praticamente nula a distâncias relativamente longas (em km) e podendo ser captada em todos os anos, para ambas as culturas. Resumo em inglês This paper analyses the spatial pattern of the agricultural yield data. Using the spatial statistics, it is possible to estimate some parameters of the semivariogram to study the problem of the systemic risk, which has great implications for the crop insurance program in Brazil. In particular, the "range" parameter was estimated. This parameter measures the distance, in which the spatial correlation tends to zero. For the empirical analysis, county yield data was used pro (mais) vided by IBGE, for soybean and corn, in the state of Paraná, through 1990 and 2002. The results showed that there is spatial dependence in every year analysed, going to zero in relatively long distances (in km).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Variabilidade espacial do número médio de perfilhos e rendimento da cultura de trigo/ Spatial variability of tiller mean number and wheat yield

Roman, Mari; Uribe-Opazo, Miguel Angel; Nóbrega, Lúcia Helena Pereira; Johann, Jerry Adriani
2008-01-01

Resumo em português Este trabalho estudou a variabilidade espacial do número médio de perfilhos e rendimento da cultura do trigo, em uma área de 22,62 ha, no município de Cascavel (PR), considerando 89 pontos amostrais com distância de 50 m entre si. Foi realizado o levantamento do número médio de perfilhos por planta aos 30 e 60 dias após a semeadura (DAS) e o rendimento da cultura. Os dados foram analisados com técnicas geoestatísticas para estudo da estrutura de variabilidade es (mais) pacial e posterior estimação de valores para locais não amostrados pelo interpolador por krigagem. Ocorreram diferenças no número de perfilhos médios aos 30 e 60 DAS, devido ao excesso de chuva em curto intervalo de tempo, provocando a morte de perfilhos após 30 DAS. Observaram-se, no número médio de perfilhos aos 30 e 60 DAS, respectivamente, fraca e forte dependência espacial. O rendimento foi de moderada dependência espacial, existindo correlação espacial entre as variáveis em estudo. Resumo em inglês This trial aimed at studying the spatial variability of tiller mean number, as well as wheat crop yieldin 22.62 hectares, in Cascavel, Paraná State, Brazil. Eighty-nine samples points were analyzed, with a 50 m distance between each one. The tiller number registering was done by plant at 30 and 60 days after sow (DAS), as well as wheat crop yield. The data were recorded by geostatistics techniques in order to study spatial variability structure and future estimated value (mais) s for non sampled places by kriging interpolation. There were differences on tiller number at 30 and 60 DAS due to the great amount of rain in a short term, which caused death on tillers after 30 DAS. The mean tiller number on 30 and 60 DAS showed a little spatial dependence and strong spatial dependence, respectively. The productivity presented moderate spatial dependence, since there was a spatial correlation among the considered variables.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Variabilidade espacial de atributos de um solo sob videira em Vitória Brasil (SP)/ Spatial variability of soil characteristics under grapevine in Vitoria Brasil (State of Sao Paulo - Brazil)

Carvalho, M. P.; Takeda, E. Y.; Freddi, O. S.
2003-08-01

Resumo em português Foi pesquisada a variabilidade espacial de alguns atributos físicos e químicos de uma associação de solos cultivada sob videira (Vitis vinifera-L), do município de Vitória Brasil, estado de São Paulo, Brasil. O objetivo foi estudar a dependência espacial de tais atributos, assim como caracterizar as respectivas variabilidades, distribuições de freqüência e números mínimos de subamostras do solo para a cultura da videira. Para isso, coletaram-se dados do solo (mais) , dispostos segundo uma malha com 156 pontos amostrais, sendo analisados por meio da geoestatística. As maiores variabilidades foram verificadas para a macroporosidade (MA), P, K, Ca, Mg, SB e CTC, ao passo que as menores foram para a densidade do solo (DS), pH e V. O número mínimo de subamostras, necessário para formar uma amostra composta e representativa, variou de 1 (pH e V) a 241 (Mg), tendo seu valor médio de 64 subamostras. Quanto à dependência espacial, o P e o V apresentaram, respectivamente, forte e fraca dependência, enquanto o restante dos atributos apresentou moderada dependência. Desta forma, o alcance dos atributos físicos variou de 2,56 a 4,32 m, enquanto o dos químicos variou de 1,82 a 5,64 m. Resumo em inglês The spatial variability of some physical and chemical characteristics of a compound of soils under grapevine (Vitis vinifera-L) cultivation was studied in the county Vitória Brasil, State of Sao Paulo, Brazil. Main objective was research into the spatial dependence of these soil characteristics and their variability, frequency distribution and minimum number of soil subsamples for grapevine crop. Soil data were collected in grid sampling at 156 points, using geoestatisti (mais) cs for the data analysis. Highest variability was found for macroporosity (MA), P, K, Ca, Mg, SB, and CTC, and the smallest for bulk density (BD), pH, and V. The minimum number of soil subsamples to form a compound and representative sample varied between 1 (pH and V) and 241 (Mg), with a mean of 64 subsamples. In relation to spatial dependence, P and V presented, respectively, strong and weak dependence, while the other attributes displayed a moderate dependency. Thus, the range of physical characteristics varied from 2.56 to 4.32 m and from 1.82 to 5.64 m for chemical characteristics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Análise espacial da co-infecção tuberculose/HIV: relação com níveis socioeconômicos em município do sudeste do Brasil/ Spatial analysis of tuberculosis/HIV coinfection: its relation with socioeconomic levels in a city in south-eastern Brazil

Vendramini, Silvia Helena Figueiredo; Santos, Natália Sperli Geraldes Marin dos; Santos, Maria de Lourdes Sperli Geraldes; Chiaravalloti-Neto, Francisco; Ponce, Maria Amélia Zanon; Gazetta, Claudia Eli; Villa, Tereza Cristina Scatena; Ruffino Netto, Antonio
2010-10-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: Analisar espacialmente a co-infecção tuberculose/vírus da imunodeficiência humana e associá-la com variáveis socioeconômicos, São José do Rio Preto, SP, 1998-2006. MÉTODOS: Foram geocodificados casos novos de TB/HIV e calculados coeficientes de incidência segundo unidades espaciais. Utilizou-se o índice de Moran para avaliar a dependência espacial das incidências. Regressões múltiplas foram realizadas para selecionar variáveis com maior pode (mais) r de explicação da dependência espacial. O indicador local de associação espacial foi utilizado para identificação de agrupamentos espaciais significantes. RESULTADOS: O índice de Moran foi de 0,0635 (p = 0,0000), indicando ocorrência de dependência espacial. A variável que apresentou maior poder de explicação da dependência espacial da incidência foi a porcentagem de chefes de família com até três anos de instrução. O LISA cluster map para os coeficientes de incidência de co-infecção TB/HIV evidenciou aglomerados de alta incidência na região norte e baixa incidência na sul e oeste do município. CONCLUSÕES: O estudo possibilitou a compreensão da distribuição geográfica espacial da co-infecção TB/HIV no município e apontou a sua associação com variáveis socioeconômicas dando subsídios para o planejamento orientado para a priorização das regiões com maior carência social e consequentemente maiores incidências da doença. Resumo em inglês INTRODUCTION: Spatial analysis of the distribution of tuberculosis/HIV coinfection was performed and associated with socioeconomic indicators in São José do Rio Preto, from 1998 to 2006. METHODS: New TB/HIV coinfection cases were georeferenced and incidence coefficients were calculated for spatial units. Moran's index was used to evaluate spatial associations of incidences. Multiple regressions selected variables that could best explain the spatial association of incide (mais) nces. The local indicator of spatial association was used to identify significant spatial groupings. RESULTS: Moran's index was 0.0635 (p=0.0000) indicating that the incidence association occurred. The variable that best explained the spatial association of incidence was the percentage of heads of families with up to three years of education. The LISA cluster map for TB/HIV coinfection incidence coefficients showed groups with high incidence rates in the North and low incidence in the South and West regions of the municipality. CONCLUSIONS: The study elucidated the spatial geographic distribution of TB/HIV coinfection and determined its association with socioeconomic variables, thus providing data for oriented planning, prioritizing socially disadvantaged regions that present a higher incidence of the disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Análise espacial da mortalidade neonatal no Vale do Paraíba, 1999 a 2001/ Spatial analysis of neonatal mortality in Paraíba Valley, Southeastern Brazil, 1999 to 2001

Nascimento, Luiz Fernando C; Batista, Getulio T; Dias, Nelson W; Catelani, Celso S; Becker, Daniela; Rodrigues, Luciana
2007-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar os padrões de distribuição espacial da mortalidade neonatal. MÉTODOS: Estudo ecológico e exploratório, utilizando técnicas de análise espacial dos dados de mortalidade neonatal no Vale do Paraíba paulista, nos anos 1999-2001. A análise estatística espacial utilizou uma base de dados georreferenciados de 35 municípios e rotinas de estatística espacial. Os dados de mortalidade foram obtidos na Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. As (mais) variáveis estudadas foram os coeficientes de mortalidade neonatal precoce, tardia e total, e o Índice de Desenvolvimento Humano relativos ao ano de 2000. Para avaliação da dependência espacial foram utilizados os coeficientes de autocorrelação de Moran global e o Índice de Moran local e analisadas as correlações entre as variáveis. RESULTADOS: Foram registrados 111.574 nascidos vivos, com 1.149 óbitos no período neonatal precoce (10,29/1.000 nascidos vivos), 285 no neonatal tardio (2,55/1.000 nascidos vivos) totalizando 1.434 óbitos no período neonatal (12,85/1.000 nascidos vivos). Os coeficientes de Moran (global) mostraram significância estatística (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the spatial distribution of neonatal mortality. METHODS: An ecological and exploratory study using a spatial distribution of mortality data approach was carried out in the Paraiba Valley, Southeastern Brazil, from 1999-2001. Spatial analysis was conducted in a georeference database for 35 cities in the region and routines of spatial statistics. Mortality data were obtained from the State of São Paulo Health Department. The following variables were an (mais) alyzed in this study: early, late and total neonatal mortality rates; and Human Development Index (HDI) values per city in 2000. Spatial dependency was measured using global Moran's Coefficients and local Moran's Index. A correlation analysis between variables was also conducted. RESULTS: There were 111,574 newborns with 1,149 deaths in the early neonatal period (10.29/1,000 newborns), 285 in the late neonatal period (2.5/1,000 newborns) totalizing 1,434 neonatal deaths (12.85/1,000 newborns). Estimated global Moran's coefficients showed statistical significance (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Análise espacial da mortalidade neonatal no Vale do Paraíba, 1999 a 2001/ Spatial analysis of neonatal mortality in Paraíba Valley, Southeastern Brazil, 1999 to 2001

Nascimento, Luiz Fernando C; Batista, Getulio T; Dias, Nelson W; Catelani, Celso S; Becker, Daniela; Rodrigues, Luciana
2007-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar os padrões de distribuição espacial da mortalidade neonatal. MÉTODOS: Estudo ecológico e exploratório, utilizando técnicas de análise espacial dos dados de mortalidade neonatal no Vale do Paraíba paulista, nos anos 1999-2001. A análise estatística espacial utilizou uma base de dados georreferenciados de 35 municípios e rotinas de estatística espacial. Os dados de mortalidade foram obtidos na Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. As (mais) variáveis estudadas foram os coeficientes de mortalidade neonatal precoce, tardia e total, e o Índice de Desenvolvimento Humano relativos ao ano de 2000. Para avaliação da dependência espacial foram utilizados os coeficientes de autocorrelação de Moran global e o Índice de Moran local e analisadas as correlações entre as variáveis. RESULTADOS: Foram registrados 111.574 nascidos vivos, com 1.149 óbitos no período neonatal precoce (10,29/1.000 nascidos vivos), 285 no neonatal tardio (2,55/1.000 nascidos vivos) totalizando 1.434 óbitos no período neonatal (12,85/1.000 nascidos vivos). Os coeficientes de Moran (global) mostraram significância estatística (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the spatial distribution of neonatal mortality. METHODS: An ecological and exploratory study using a spatial distribution of mortality data approach was carried out in the Paraiba Valley, Southeastern Brazil, from 1999-2001. Spatial analysis was conducted in a georeference database for 35 cities in the region and routines of spatial statistics. Mortality data were obtained from the State of São Paulo Health Department. The following variables were an (mais) alyzed in this study: early, late and total neonatal mortality rates; and Human Development Index (HDI) values per city in 2000. Spatial dependency was measured using global Moran's Coefficients and local Moran's Index. A correlation analysis between variables was also conducted. RESULTS: There were 111,574 newborns with 1,149 deaths in the early neonatal period (10.29/1,000 newborns), 285 in the late neonatal period (2.5/1,000 newborns) totalizing 1,434 neonatal deaths (12.85/1,000 newborns). Estimated global Moran's coefficients showed statistical significance (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Variabilidade espacial de atributos físicos de um argissolo vermelho-amarelo sob pastagem e vegetação secundária em regeneração natural/ Spatial variability of physical attributes of a red-yellow ultisol under pasture and secondary vegetation in natural regeneration

Lima, Julião S. de S.; Sattler, Marcos A.; Passos, Renato R.; Oliveira II, Paulo C.; Souza, Gustavo S. de
2009-06-01

Resumo em português Este trabalho foi realizado com o objetivo de estudar a variabilidade espacial de atributos físicos de um Argissolo Vermelho-Amarelo sob pastagem e vegetação secundária em regeneração natural. Duas áreas foram escolhidas em uma encosta, com a amostragem de solo à profundidade de 0-0,2 m, com os pontos georreferenciados em uma malha regular de 10x10 m, totalizando 64 pontos em cada área. Foram avaliados o volume total de poros, macroporosidade, microporosidade, de (mais) nsidade do solo, resistência do solo à penetração e umidade do solo em cada ponto. Os atributos estudados na área de pastagem apresentam indicador de compactação do solo pelo pisoteio de animais, com estrutura moderada e forte dependência espacial, com exceção da macroporosidade e a resistência à penetração. Na área de vegetação secundária (VN), somente a macroporosidade não apresenta dependência espacial. O volume total de poros e a densidade do solo apresentam o mesmo padrão espacial na área sob pastagem. Resumo em inglês This work was carried out with the objective of studying the spatial variability of the physical attributes of a Red-Yellow Ultisol under pasture and secondary vegetation in natural regeneration. Two areas were chosen in a hillside, with the soil sampling to the depth of 0-0.2 m, with the georeferenced points in a regular grid of 10x10 m, totalizing 64 points. In each point it was evaluated the total volume of porosity, macroporosity, microporosity, bulk density, soil pen (mais) etration resistance and soil water content. The studied attributes in the pasture area present indicator of soil compaction for the animals' traffic, with moderate and strong structure of spatial dependence, except for the macroporosity and penetration resistance. In the area of secondary vegetation (VN) only the macroporosity does not present spatial dependence. The total volume of porosity and the bulk density present the same spatial standard in the area under pasture.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Variabilidade espacial da taxa de infiltração em Argissolo Vermelho/ Spatial sariability of infiltration in an Alfisol

Cichota, R.; Jong van Lier, Q. de; Leguizamón Rojas, C. A.
2003-10-01

Resumo em português A variabilidade espacial do solo, decorrente de sua formação e manejo agrícola, tem atraído o interesse de cientistas do solo há muito tempo. Quando as variações aumentam com a distância entre amostras, uma parcela explicável pela dependência espacial está embutida na variação geral do atributo. Nesse caso, a análise da variabilidade espacial tem importância no sentido de subsidiar o planejamento de um experimento, bem como na avaliação dos efeitos dos tr (mais) atamentos, visando reduzir a variação experimental atribuída ao erro aleatório. A taxa de infiltração, que, normalmente, apresenta alta variabilidade espacial, tem importância agronômica pelo seu papel na formação de enxurrada e na determinação de taxas viáveis de irrigação. Este trabalho teve por objetivos estimar o grau de dependência espacial, o seu alcance e sua influência na variabilidade geral da taxa de infiltração, bem como determinar o número necessário de amostras para obter determinada precisão em um experimento realizado num Argissolo Vermelho textura média sob plantio direto. A taxa de infiltração foi medida pelo método dos anéis concêntricos, fazendo observações numa transeção de 40 pontos eqüidistantes de 1 m. O conjunto de resultados foi submetido à análise estatística descritiva, exploratória e geoestatística. A taxa de infiltração apresentou-se altamente variável, especialmente para os tempos iniciais. Verificou-se a existência de dependência espacial com alcance na ordem de 3,5 m. A estimativa do número de observações necessárias para um desvio definido aumentou quando se utilizaram apenas dados espacialmente independentes. Resumo em inglês Soil spatial variability in relation to soil formation and agricultural management has been an appealing area of research recently. When the distance between samples causes increased variation of a property, this variation can in part be explained by spatial dependency. The analysis of spatial variability is an important support for the planning of experiments and to evaluate effects of treatments, aiming to reduce experimental variations attributed to random error. The i (mais) nfiltration rate, normally of high spatial variability, is agronomically important due to its role in runoff and to determine irrigation intensities. In this paper we estimated the spatial dependence degree and its range and influence on the variability of infiltration rates. Another aim was to determine the number of samples needed to obtain a certain level of uncertainty/accuracy. An infiltration experiment was set up in a medium textured Alfisol under no-tillage with 40 observation points in a straight transect, spaced one meter apart. The infiltration rate was determined with a cylinder infiltrometer, and the data submitted to descriptive and exploratory statistics as well as to geostatistics. The infiltration rate was highly variable, especially in the initial measurements. Spatial dependence was found in a range of 3.5 m. The number of observations needed for a certain level of uncertainty increased when only independent spatial data were used.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Variabilidade espacial de atributos do solo para adoção do sistema de agricultura de precisão na cultura de cana-de-açúcar/ Assessment of spatial variability of soil attributes as a basis for the adoption of precision agriculture in sugarcane plantations

Corá, J. E.; Araujo, A. V.; Pereira, G. T.; Beraldo, J. M. G.
2004-12-01

Resumo em português O objetivo do presente trabalho foi avaliar a variabilidade espacial de atributos de Latossolos sob cultivo de cana-de-açúcar na região de Jaboticabal (SP). Foram feitas amostragens do solo a intervalos regulares de 50 m, em uma área de 90 ha, nas profundidades de 0,00-0,20 e 0,60-0,80 m para determinação de pH, CTC, V % e teores de matéria orgânica, P, K+, Ca2+, Mg2+, H + Al e argila. Os dados foram submetidos às análises: estatística descritiva, geoestatísti (mais) ca e interpolação por krigagem. Os alcances de dependência espacial para os atributos químicos do solo e teores de argila na camada de 0,60-0,80 m de profundidade foram menores, quando comparados àqueles referentes à camada de 0,00-0,20 m. Estes resultados demonstraram maior descontinuidade na distribuição espacial dos atributos do solo na camada de 0,60-0,80 m de profundidade dos Latossolos, indicando que essa classe de solos não apresentou homogeneidade de seus atributos como conceituadamente a ela foi atribuída. O manejo no solo alterou a dependência espacial dos atributos do solo na camada superficial de forma a diminuir a variabilidade espacial dos atributos químicos do solo em relação à camada mais profunda. A investigação da variabilidade espacial de atributos químicos e do teor de argila da camada superficial e subsuperficial dos solos proporcionou condições para a definição de zonas homogêneas de manejo, o que permite a adoção do sistema de agricultura de precisão. Resumo em inglês The spatial variability of physical and chemical attributes of Latosols (Oxisols) cultivated with sugarcane was assessed. The study was carried out in a 90 ha area in the surroundings of Jaboticabal, São Paulo State, Brazil (21 º 15 ' S and 48 º 18 ' W). A 50 m regular grid was projected onto the experimental area. Soil samples were obtained at each 50 m grid point (421 points) from the 0 to 0.20 m and from the 0.60-0.80 m soil layers. Organic matter, pH, P, K+, Ca2+, (mais) Mg2+, H + Al, CEC, soil clay content, and V% values of each sample were determined. The data set was submitted to descriptive statistics, geostatistics, and kriging analyses. The range of the spatial dependence for the soil attributes, was lower in the 0.60-0.80 m than in the 0-0.20 m layer. Results showed a higher discontinuity in the spatial variability of soil attributes in the 0.60-0.80 m layer of Oxisols indicating that, in disagreement to the currently established concept, this soil class does not present homogeneity of soil attributes. Soil management altered the spatial dependence of soil chemical attributes in the surface, reducing the spatial variability structure in comparison to the deeper soil layer. The assessment of the spatial variability of soil chemical attributes and soil clay content in the top and the subsurface layers allowed the identification of homogeneous site-specific management zones which permit the adoption of precision agriculture for sugarcane.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Geoestatística na determinação da variabilidade espacial de características químicas do solo sob diferentes preparos/ Geostatistics to determine spatial variability of soil chemical properties using different preparation systems

Carvalho, José Ruy Porto de; Silveira, Pedro Marques da; Vieira, Sidney Rosa
2002-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi estudar, mediante a geoestatística, a variabilidade espacial de pH, Ca, Mg, P e K em Latossolo Vermelho-Escuro distrófico, textura argilosa, cultivado durante cinco anos consecutivos (1992-1996), em três sistemas de preparo (arado, grade e plantio direto) na Embrapa-Centro Nacional de Pesquisa de Arroz e Feijão, em Santo Antônio de Goiás, GO. Das 30 combinações entre características químicas do solo, profundidades de coleta e sistem (mais) as de preparo, 14 apresentaram efeito pepita puro, indicando ausência de dependência espacial. Semivariogramas direcionais revelaram forte e moderada dependência espacial na direção de Y. Experimentos longevos com práticas culturais orientadas em uma única direção tendem a mudar a estrutura espacial das propriedades do solo, o que indica ser a razão dos resultados obtidos. A direção de anisotropia está mais associada com o tratamento arado e a mais forte dependência espacial foi verificada com relação ao pH no sistema de preparo arado na profundidade de 5-20 cm. A localização das amostras para estimar os valores das características químicas do solo deve levar em conta as operações de campo, e cuidados devem ser tomados em relação à amostragem casual.As amostras devem ser retiradas em outras direções, para que uma representação mais realista da área amostrada seja obtida. Resumo em inglês Spatial variability of pH, Ca, Mg, P and K under three soil preparation systems (moldboard plough, harrow disc and no-tillage) was studied using geostatistical concepts in clayey Oxisol, in Santo Antônio de Goiás, GO, Brazil, at Embrapa-Centro Nacional de Pesquisa de Arroz e Feijão, for five consecutive years (1992-1996). Within a total of 30 combinations among soil chemical properties, soil depth and preparation system, 14 presented pure nugget effect, indicating abse (mais) nce of spatial dependence. Directional semivariograms revealed strong and moderate spatial dependence in the direction of Y. Experiments conducted for a long time and cultural practice conducted in a single direction tend to change the spatial structure of the soil properties. The anisotropy direction was more associated with harrow disc as a system of soil preparation and the strongest spatial dependence was verified for pH at 5-20 cm soil depth. These results suggest that sample location to estimate the values of the soil chemical properties should take field operations into account and should be carefully selected. Samples should be taken in other directions, so that a more realistic representation of the sampled area could be obtained.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Variabilidade espacial da produtividade do meloeiro em áreas de cultivo fertirrigado/ Spatial variability of melon yield under fertigation in Mossoró, Brazil

Miranda, Neyton de O.; Oliveira, Teógenes S. de; Medeiros, José Francismar de; Silva, Cleusirene A. da
2005-06-01

Resumo em português Duas áreas de produção de melão fertirrigado por gotejamento foram amostradas em malha com objetivo de identificar a variabilidade espacial de variáveis de produção, determinar sua dependência espacial e localizar regiões que, manejadas localizadamente, obtenham melhor retorno econômico. Na primeira área, em solo classificado como Latossolo Vermelho Amarelo eutrófico, utilizou-se o híbrido Goldex, e na outra, em Argissolo Vermelho Amarelo, o híbrido 'orange (mais) Flesh'. Foram determinados o estande, a produção de frutos dos tipos exportação, mercado nacional e comerciável. Utilizou-se a estatística descritiva para levantamento exploratório dos dados e a geoestatística para avaliar a dependência espacial das variáveis e confeccionar mapas de isovalores por interpolação. As variáveis, com exceção do estande, se ajustaram à distribuição normal e apresentaram variabilidade média, com dependência espacial e ajuste aos modelos de semivariograma exponencial ou esférico. Utilizando-se mapas de isovalores, identificaram-se regiões onde o manejo localizado pode aumentar o retorno econômico caso identificados os fatores limitantes e novas tecnologias sejam usadas adequadamente. Resumo em inglês Two production areas of trickle fertigated melon were grid sampled with the objective of assessing spatial variability of yield, and to determine the spatial dependence while locating regions where site specific management can improve economic returns. The hybrid Goldex was grown in a Yellow Red Latosol, and the orange Flesh in a Yellow Red Argisol. The stand, yield of export type fruits, yield of national market fruits and marketable yield were determined. Descriptive st (mais) atistics was used for an exploratory analysis of data, while geostatistics was used for evaluating spatial dependence of variables and generate contour maps by interpolation techniques. All variables, except stand, adjusted to normal distribution and showed medium variability. Yield variables were spatially dependents and adjusted to exponential or spherical models of semi-variograms. Contour maps showed regions where site specific management can improve economic returns since limiting factors are identified and suitable technologies adopted.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Variabilidade espacial de atributos químicos em latossolo e argissolos/ Spatial variability of chemical attributes in latosol and argisol

Montanari, Rafael; Pereira, Gener Tadeu; Marques Júnior, José; Souza, Zigomar Menezes de; Pazeto, Renato Junqueira; Camargo, Lívia Arantes
2008-08-01

Resumo em português O trabalho teve como objetivo caracterizar a variabilidade espacial de atributos químicos de Latossolos e Argissolos, sob cultivo de cana-de-açúcar em áreas com variações na forma do relevo. No presente estudo utilizou-se duas áreas, sendo uma em Latossolo em pedoforma convexa (158ha) e a outra em Argissolo na pedoforma linear (172ha). Foi coletada amostra de solo em malha na profundidade de 0,00-0,50m, realizando-se análise química de cada ponto amostrado. Os ma (mais) iores coeficientes de variação e alcances foram observados na pedoforma convexa (Latossolo). Portanto, o Latossolo inserido na pedoforma convexa apresentou maior variabilidade espacial para os atributos químicos em relação ao Argissolo na pedoforma linear. O latossolo inserido pedoforma convexa necessita de maior número de pontos de coleta por apresentar maior variabilidade espacial. Recomenda-se que o intervalo de amostragem seja igual ao alcance da dependência espacial, para associar menor esforço de amostragem com maior representatividade. Resumo em inglês The objective of this research was to characterize the spatial variability of chemical attributes of soils cultivated with sugarcane in areas with variations in relief forms. The two soils studied were a Latosol, placed in a convex landform (158ha), and an Argisol, placed in a linear landform (172ha). Soil samples for chemical analysis were collected in a regular grid, at the depth of 0.0-0.5m. The convex landform presented the highest coefficient variation and ranges. Th (mais) erefore, the Latosol inserted in the landform convex presented greater spatial variability for chemical attributes than the Argisol in the linear landform. A larger number of points must be sampled in order to represent the spatial variability of the Latosol from the convex landform. We recommend the sampling interval to be equal to the range of the spatial dependency in order to associate a less intensive sampling effort with a higher representativity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Análise espacial da dengue e o contexto socioeconômico no município do Rio de Janeiro, RJ/ Spatial analysis of dengue and the socioeconomic context of the city of Rio de Janeiro (Southeastern Brazil)/ Análisis espacial del dengue y el contexto socioeconómico en el municipio de Rio de Janeiro, Sureste de Brasil

Almeida, Andréa Sobral de; Medronho, Roberto de Andrade; Valencia, Luís Iván Ortiz
2009-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar a epidemia de dengue em relação ao contexto socioeconômico segundo áreas geográficas. MÉTODOS: Foi realizado estudo ecológico no município do Rio de Janeiro (RJ), em áreas delimitadas como bairros, a partir de informações de casos de dengue notificados em residentes no município. Foi calculada a taxa de incidência média de dengue entre as semanas epidemiológicas: 48ª de 2001 a 20ª de 2002. A ocorrência de dengue foi correlacionada com (mais) variáveis socioeconômicas utilizando-se o coeficiente de correlação de Pearson. Utilizou-se o Índice de Moran global e local para avaliar a autocorrelação espacial da dengue e das variáveis correlacionadas significativamente com a doença. O modelo de regressão linear múltipla e o modelo espacial condicional auto-regressivo foram usados para analisar a relação entre dengue e contexto socioeconômico. RESULTADOS: Os bairros da zona oeste do município apresentaram elevadas taxas de incidência média de dengue. Apresentaram correlação significativa as variáveis: percentual de domicílios ligados à rede sanitária geral, domicílios com lavadora de roupas e densidade populacional por área urbana. O índice de autocorrelação espacial Moran revelou dependência espacial entre a dengue e variáveis selecionadas. Os modelos utilizados apontaram o percentual de domicílios ligados à rede sanitária geral como única variável associada significativamente à doença. Os resíduos de ambos os modelos revelaram autocorrelação espacial significativa, com índice de Moran positivo (p Resumo em espanhol OBJETIVO: Analizar la epidemia de dengue con relación al contexto socioeconómico según áreas geográficas. MÉTODOS: Fue realizado estudio ecológico en el municipio de Río de Janeiro (Sureste de Brasil), en áreas delimitadas como urbanizaciones, a partir de informaciones de casos de dengue notificados y residentes en el municipio. Fue calculada la tasa de incidencia promedio de dengue entre las semanas epidemiológicas: 48ª de 2001 a 20ª de 2002. La ocurrencia de (mais) dengue fue correlacionada con variables socioeconómicas utilizándose el coeficiente de correlación de Pearson. Se utilizó el Índice de Moran global y local para evaluar la autocorrelación espacial del dengue y de las variables correlacionadas significativamente con la enfermedad. Fueron usados el modelo de regresión lineal múltiple y el modelo espacial condicional auto-regresivo para analizar la relación entre dengue y contexto socioeconómico. RESULTADOS: Las urbanizaciones de la zona oeste del municipio presentaron elevadas tasas de incidencia promedio de dengue. Presentaron correlación significativa las variables: porcentaje de domicilios ligados a la red sanitaria general, domicilios con lavadora de ropas y densidad poblacional por área urbana. El índice de autocorrelación espacial Moran reveló dependencia espacial entre el dengue y variables seleccionadas. Los modelos utilizados apuntaron el porcentaje de domicilios ligados a la red sanitaria general como única variable asociada significativamente a la enfermedad. Los residuos de ambos modelos revelaron autocorrelación espacial significativa, con índice de Moran positivo (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the dengue epidemic in relation to the socioeconomic context according to geographical areas. METHODS: An ecological study was conducted in the municipality of Rio de Janeiro (Southeastern Brazil), in areas delimited as neighborhoods, based on information about notified dengue cases concerning residents in the municipality. The average incidence rate of dengue was calculated between the epidemiological weeks: 48th of 2001 and 20th of 2002. The occurr (mais) ence of dengue was correlated with socioeconomic variables through Pearsons' correlation coefficient. Moran's global and local indexes were used to assess the spatial auto-correlation between dengue and the variables that significantly correlated with the disease. The multiple linear regression model and the conditional auto-regression spatial model were used to analyze the relationship between dengue and socioeconomic context. RESULTS: The neighborhoods located in the west zone of the municipality presented high rates of average dengue incidence. The variables presenting significant correlation were: percentage of households connected with the general sanitary network, households with washing machines, and population density per urban area. Moran's spatial auto-correlation index revealed spatial dependence between dengue and the selected variables. The utilized models indicated percentage of households connected with the general sanitary network as the sole variable significantly associated with the disease. The residual figures in both models revealed significant spatial auto-correlation, with a positive Moran Index (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Análise espacial da dengue e o contexto socioeconômico no município do Rio de Janeiro, RJ/ Spatial analysis of dengue and the socioeconomic context of the city of Rio de Janeiro (Southeastern Brazil)/ Análisis espacial del dengue y el contexto socioeconómico en el municipio de Rio de Janeiro, Sureste de Brasil

Almeida, Andréa Sobral de; Medronho, Roberto de Andrade; Valencia, Luís Iván Ortiz
2009-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar a epidemia de dengue em relação ao contexto socioeconômico segundo áreas geográficas. MÉTODOS: Foi realizado estudo ecológico no município do Rio de Janeiro (RJ), em áreas delimitadas como bairros, a partir de informações de casos de dengue notificados em residentes no município. Foi calculada a taxa de incidência média de dengue entre as semanas epidemiológicas: 48ª de 2001 a 20ª de 2002. A ocorrência de dengue foi correlacionada com (mais) variáveis socioeconômicas utilizando-se o coeficiente de correlação de Pearson. Utilizou-se o Índice de Moran global e local para avaliar a autocorrelação espacial da dengue e das variáveis correlacionadas significativamente com a doença. O modelo de regressão linear múltipla e o modelo espacial condicional auto-regressivo foram usados para analisar a relação entre dengue e contexto socioeconômico. RESULTADOS: Os bairros da zona oeste do município apresentaram elevadas taxas de incidência média de dengue. Apresentaram correlação significativa as variáveis: percentual de domicílios ligados à rede sanitária geral, domicílios com lavadora de roupas e densidade populacional por área urbana. O índice de autocorrelação espacial Moran revelou dependência espacial entre a dengue e variáveis selecionadas. Os modelos utilizados apontaram o percentual de domicílios ligados à rede sanitária geral como única variável associada significativamente à doença. Os resíduos de ambos os modelos revelaram autocorrelação espacial significativa, com índice de Moran positivo (p Resumo em espanhol OBJETIVO: Analizar la epidemia de dengue con relación al contexto socioeconómico según áreas geográficas. MÉTODOS: Fue realizado estudio ecológico en el municipio de Río de Janeiro (Sureste de Brasil), en áreas delimitadas como urbanizaciones, a partir de informaciones de casos de dengue notificados y residentes en el municipio. Fue calculada la tasa de incidencia promedio de dengue entre las semanas epidemiológicas: 48ª de 2001 a 20ª de 2002. La ocurrencia de (mais) dengue fue correlacionada con variables socioeconómicas utilizándose el coeficiente de correlación de Pearson. Se utilizó el Índice de Moran global y local para evaluar la autocorrelación espacial del dengue y de las variables correlacionadas significativamente con la enfermedad. Fueron usados el modelo de regresión lineal múltiple y el modelo espacial condicional auto-regresivo para analizar la relación entre dengue y contexto socioeconómico. RESULTADOS: Las urbanizaciones de la zona oeste del municipio presentaron elevadas tasas de incidencia promedio de dengue. Presentaron correlación significativa las variables: porcentaje de domicilios ligados a la red sanitaria general, domicilios con lavadora de ropas y densidad poblacional por área urbana. El índice de autocorrelación espacial Moran reveló dependencia espacial entre el dengue y variables seleccionadas. Los modelos utilizados apuntaron el porcentaje de domicilios ligados a la red sanitaria general como única variable asociada significativamente a la enfermedad. Los residuos de ambos modelos revelaron autocorrelación espacial significativa, con índice de Moran positivo (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the dengue epidemic in relation to the socioeconomic context according to geographical areas. METHODS: An ecological study was conducted in the municipality of Rio de Janeiro (Southeastern Brazil), in areas delimited as neighborhoods, based on information about notified dengue cases concerning residents in the municipality. The average incidence rate of dengue was calculated between the epidemiological weeks: 48th of 2001 and 20th of 2002. The occurr (mais) ence of dengue was correlated with socioeconomic variables through Pearsons' correlation coefficient. Moran's global and local indexes were used to assess the spatial auto-correlation between dengue and the variables that significantly correlated with the disease. The multiple linear regression model and the conditional auto-regression spatial model were used to analyze the relationship between dengue and socioeconomic context. RESULTS: The neighborhoods located in the west zone of the municipality presented high rates of average dengue incidence. The variables presenting significant correlation were: percentage of households connected with the general sanitary network, households with washing machines, and population density per urban area. Moran's spatial auto-correlation index revealed spatial dependence between dengue and the selected variables. The utilized models indicated percentage of households connected with the general sanitary network as the sole variable significantly associated with the disease. The residual figures in both models revealed significant spatial auto-correlation, with a positive Moran Index (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Variabilidade espacial da densidade e da porosidade de um Latossolo Vermelho Eutroférrico sob semeadura direta por vinte anos/ Spatial variability of soil bulk density and soil porosity on Rhodic Eutrudox under no tillage for twenty years

Siqueira, Glécio Machado; Vieira, Sidney Rosa; Decen, Sonia Carmela Falci
2009-09-01

Resumo em português Todas as práticas de manejo causam impacto sobre os atributos do solo que se traduzem em influência sobre o desenvolvimento das culturas. Sabe-se que no sistema de semeadura direta ocorre compactação do solo na camada superficial, com tendência a progredir com o tempo de cultivo. Este trabalho teve como objetivo avaliar a variabilidade espacial da densidade e da porosidade de um Latossolo Vermelho eutroférrico sob semeadura direta por vinte anos. O trabalho foi dese (mais) nvolvido em Campinas (SP) considerando o período entre 1985 e 2005. Os atributos analisados neste estudo foram: argila (g kg-1), silte (g kg-1), areia (g kg-1), densidade (kg dm-3), porosidade total (%), macroporosidade (%) e microporosidade (%). Ferramentas de geoestatística foram utilizadas para análise dos dados e construção de mapas de variabilidade espacial da densidade e da porosidade do solo. A amostragem realizada em 1985 não foi capaz de detectar a variabilidade espacial da densidade e porosidade do solo. Nos atributos físicos amostrados em 2005, observou-se alta razão de dependência espacial. Nos mapas de variabilidade espacial não se constatou relação clara entre a textura, a densidade e a porosidade do solo. Na área após vinte anos de manejo com semeadura direta não havia problemas com compactação. O manejo do solo com semeadura direta influenciou favoravelmente a variabilidade espacial dos atributos amostrados em 2005. Resumo em inglês Soil management practices affect its attributes which will further affect crop development. It is generally known and accepted that soil surface compaction occurs in no tillage system and that this compaction tends to increase with time. However, most of the research do not evaluate adequately soil physical properties behavior as affected by time of management. The objective of this work was to evaluate spatial variability of soil bulk density and soil porosity on a Rhodi (mais) c Eutrudox under no tillage with annual crops for twenty years. The work was conducted in Campinas, São Paulo State, considering the period between 1985 and 2005. The attributes analyzed in this study were: clay (g kg-1), silt (g kg-1), sand (g kg-1), soil bulk density (kg dm-3), soil porosity (%), macroporosity (%) and microporosity (%). Geostatistics was used to analyze the data and the spatial variability maps of compaction and porosity of soil attributes. The sampling conducted in 1985 was unable to detect the spatial variability of density and porosity of the soil. The physical attributes sampled in 2005 showed large ratio of spatial dependence. The maps of spatial variability did not show a clear link between the texture, soil bulk density and soil porosity. After 20 years no tillage management the area did not present problems of compaction. No tillage influenced favorably the spatial variability of soil attributes sampled in 2005.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Variabilidade espacial de atributos físicos do solo em uma microbacia hidrográfica/ Spatial variability of soil physical atribbutes in small watershed

Vieira, Vinicius Augusto da Silveira; Mello, Carlos Rogério de; Lima, José Maria de
2007-10-01

Resumo em português A variabilidade espacial dos atributos físicos do solo é importante para a caracterização do comportamento espacial dos solos em bacias hidrográficas. Objetivou-se com este trabalho estudar a variabilidade espacial de atributos físicos do solo em uma microbacia hidrográfica, visando subsidiar estudos de manejo do solo e da água. A área em estudo é uma microbacia que pode ser considerada homogênea para estudos com agentes erosivos, como a precipitação, devido (mais) ao tamanho reduzido (1,23 ha), mas de grande variabilidade de respostas à erosão, em função dos atributos do solo, vegetação, histórico de uso e relevo. Com o auxílio de SIG, DGPS e estação total, toda área foi dividida em grid retangular de 20 m, onde o solo foi amostrado em duas camadas, 0 a 20 cm e 20 a 40 cm. Os atributos avaliados foram: teores de areia, silte e argila e argila dispersa em água (ADA). Os resultados foram analisados utilizando-se a estatística básica, como histogramas e assimetria, e geoestatística, por meio de semivariogramas e mapas de krigagem. Houve dependência espacial de todos os atributos analisados, especialmente na camada de 20 a 40 cm. Resumo em inglês The spatial variability of physical attributes in the soil is of great importance for soil and water management practices. This work aimed at to study the spatial variability of soil physical attributes in a small watershed, in order to evaluate the management of soil and water. The watershed area is considered homogenious, based on erosive agents, such as rainfall, due to its small area (1,23 ha), and it shows variability of soil properties, concerning vegetation, land u (mais) se, and topography. GIS, DGPS and total station were used to set up a grid of 20x20 m. Soil were sampled from 0 to 20 cm and 20 to 40 cm layers. Amount of sandy, silt, clay and water dispersible clay were evaluated. The data were compared in histograms, coefficient of simetry, and geostatistical analyses expressed by semivariograms and kriging maps. All soil attributes demonstrated a spatial dependence, specially at 20-40 cm layer.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Variabilidade espacial dos teores foliares de nutrientes e da produtividade da soja em dois anos de cultivo em um latossolo vermelho/ Spatial variability of leaf nutrient content and soybean yield grown for two years in a rhodic hapludox

Vieira, Sidney Rosa; Guedes Filho, Osvaldo; Chiba, Márcio Koiti; Mellis, Estevão Vicari; Dechen, Sônia Carmela Falci; De Maria, Isabella Clerici
2010-10-01

Resumo em português A análise dos teores de nutrientes de folhas de soja é um dos métodos mais eficientes para avaliar o estado nutricional da lavoura. O objetivo deste estudo foi caracterizar a variabilidade espacial dos teores foliares de nutrientes e da produtividade da cultura da soja num Latossolo Vermelho sob sistema semeadura direta durante dois anos. A área do experimento media 120 x 160 m, totalizando 1,92 ha. As amostras de folhas e os dados de produtividade da soja foram colet (mais) ados em grade regular de 20 m, totalizando 63 pontos de amostragem nos anos de 1986 e 1988. O teor de nutrientes (N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn) foi determinado analisando-se a terceira folha com pecíolo a partir do ápice de cinco plantas, em locais circunvizinhos de cada um dos pontos de amostragem. As produtividades de soja foram quantificadas em subparcelas de 5 m², sendo posteriormente transformadas para kg ha-1. Os dados foram analisados pela estatística descritiva, a fim de verificar os parâmetros de tendência central e dispersão. A variabilidade espacial foi determinada pelo cálculo do semivariograma e construção de mapas de contorno por meio dos valores obtidos na interpolação por krigagem ordinária. Houve dependência espacial para os teores foliares de alguns nutrientes e para a produtividade de grãos de soja passível de ser mapeada em uma área com cerca de 2 ha, adubada de maneira homogênea. A dependência espacial não ocorreu de forma constante ao longo do tempo, o que deve ser considerado em estudos com cultivos sequenciais. A dependência espacial da produtividade de soja aumentou entre os anos estudados. Entre os nutrientes aplicados anualmente, via adubação, verificou-se a formação de um padrão de distribuição espacial, em 1986 e em 1988, especialmente para os teores de P. Resumo em inglês The chemical analysis of plant tissue is an efficient method to assess the nutritional status. This study aimed to characterize the spatial variability of plant nutrients and soybean yield in an experimental area (120 x 160 m, totaling 1.92 ha) of a Rhodic Hapludox under no tillage for two years. Soybean leaf and grain yield were sampled at 63 points in a regular 20 m grid. Plant nutrient contents (N, P, K, Ca, Mg, Cu, Fe, Mn, and Zn) were determined analyzing the 3rd lea (mais) f from the top, collected from five plants randomly chosen near the sampling points. The crop yield was measured in 5 m² subplots and expressed in kg ha-1. Data were analyzed using descriptive statistics to assess the measures of central tendency and dispersion. Spatial variability was analyzed using semivariogram parameters and contour maps based on interpolation by ordinary kriging. Spatial dependence was observed for some foliar nutrient contents and crop productivity in a homogeneously fertilized area of about 2 ha. Spatial dependence was not constant over time, which should be taken into account in studies with sequential crops. The spatial dependence of soybean yield increased in the two years studied. Among the nutrients applied annually by fertilization, the formation of a spatial pattern was observed in 1986 and 1988, especially for P.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Análise espacial da umidade do solo cultivado com soja sob dois sistemas de manejo/ Spatial analysis of soil moisture with soybean under two management systems

Zanette, Syonei V.; Sampaio, Silvio C.; Silvestre, Marciane G.; Boas, Márcio A. V.; Uribe-Opazo, Miguel A.; Queiroz, Manoel M. F. de
2007-06-01

Resumo em português Abordaram-se, neste trabalho, aspectos básicos da geoestatística para análise espacial de dados de umidade do solo, com ênfase na análise de semivariograma como metodologia para determinação da dependência espacial. O objetivo consistiu na análise da umidade sob condições de campo, na região de Toledo, PR, em solo argiloso, nas profundidades de 15 e 30cm, sob sistema de manejo plantio direto e preparo convencional do solo; o local da pesquisa foi constituído (mais) de duas áreas de 14x14m. Realizou-se, em cada área do experimento, um levantamento por amostragem em uma malha de 64 pontos espaçados 2m, e se utilizou, para análise das amostras, o método convencional (gravimétrico). Os dados foram analisados através da estatística clássica e da geoestatística. Os resultados indicaram baixo coeficiente de variação em todas as coletas de dados, o que indica homogeneidade dos dados. A análise dos semivariogramas indicou dependência espacial da umidade entre moderada e fraca. Os alcances da dependência espacial foram de 5,20 a 10,67m para a umidade do solo. Os valores de umidade estão relacionados com a profundidade em ambos os sistemas de manejo mas as variabilidades não acompanharam esta tendência. Resumo em inglês In this work basic aspects of geoestatístics were approached for spatial analysis of soil moisture data, with an emphasis on semivariogram analysis as a methodology for determination of spatial dependence. The objective consisted of moisture analysis under field conditions in Toledo, Paraná State, Brazil, in clayey soils, in depths of 15 and 30cm, under management systems of no tillage and conventional planting. The research site constituted of two areas of 14x14m. In e (mais) ach area of the experiment, sampling in a mesh of 64 spaced points of 2m took place. The data were used for analysis of moisture using the conventional gravimetric method. The data were analyzed through the classic statistics and geostatistics. The results indicated a low variation coefficient in all data collections, which indicates homogeneity of the data. The analysis of the semivariograms showed spatial dependence of the moisture variable as being moderate to weak. The reaches of spatial dependence were from 5.20 to 10.67m for the soil moisture. For this variable, the values are related with depth in both management systems, but the variabilities did not show this tendency.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Variabilidade espacial da textura de um latossolo vermelho eutroférrico sob cultivo de cana-de-açúcar/ Spatial variability of the texture in an eutrudox red latosol under sugarcane crop

Souza, Zigomar M.; Marques Júnior, José; Pereira, Gener T.; Barbieri, Diogo M.
2004-08-01

Resumo em português Estudos regionais mais detalhados, utilizando modelos de paisagem e geoestatística, têm demonstrado que, em áreas consideradas homogêneas, sob uma única classe de solo, existe dependência espacial de atributos granulométricos. Visando a avaliar a variabilidade espacial de atributos granulométricos em Latossolo Vermelho eutroférrico, foram feitas amostragens do solo em intervalos regulares de 50 m, em forma de malha, totalizando 306 pontos de amostragem. Foram col (mais) etadas amostras nas profundidades de 0-0,2 m e 0,6-0,8 m para a determinação da argila, silte, areia total (AT), areia grossa (AG), areia média (AM), areia fina (AF) e areia muito fina (AMF). Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva, geoestatística e interpolação por krigagem. Os valores do coeficiente de variação apresentaram-se baixos para argila, médios para silte, AT, AF, AM e AMF e altos para AG. Observou-se ocorrência de dependência espacial para todas as variáveis com grau moderado de dependência espacial, com os maiores alcances ocorrendo na profundidade de 0-0,2 m. Os latossolos, apesar de serem homogêneos, mesmo em áreas de mesma classe de solo e manejo, apresentaram variabilidade diferenciada para os atributos granulométricos. Resumo em inglês Regional studies where geostatistic is applied for describing landscape models have shown that, even in places previously considered homogenous, different spatial dependencies have been found and these had been related to crop productivity. In order to analyze the physical properties spatial variability models of an eutrudox Red Latosol, a regular grid containing 306 points spaced at separation distances of 50 meters was installed in southern Brazil. Soil samples were col (mais) lected at 0-0.2 m and 0.6-0.8 m in order to determine clay, silt, sand total, sand thick, sand medium, sand fine and sand very fine contents. Data were submitted to descriptive statistics, geostatistic and in sequence to kriging analyzes. The coefficient of variation of studied properties was low for clay and, medium for silt, sand total, sand medium, sand fine and sand very fine and, high for sand thick. All the spatial variability models had moderate variability dependence, with higher ranges for 0-0.2 m of depth. The results showed that the considered homogeneous characteristics of oxisols submitted to the same soil management is not so evident and spatial variability of texture attributes can be distinguished from each other.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Variabilidade espacial e temporal do teor de água do solo sob duas formas de uso/ Spatial and temporal variability of soil water content in two land uses

Vieira, Sidney Rosa; Garcia, Miguel Angel González; González, Antonio Paz; Siqueira, Glécio Machado
2010-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi analisar a variabilidade espacial do teor de água do solo, ao longo do tempo, em duas condições distintas de uso. Para tanto, foram efetuadas medições do teor de água no solo em área com vegetação natural e outra cultivada com culturas anuais em Galícia, Espanha. O solo foi classificado como Umbrisol (FAO) e as medições foram tomadas em uma parcela plana de 190 m², da qual metade foi mantida com vegetação natural e metade culti (mais) vada com culturas anuais. As medições do teor de água foram efetuadas utilizando o aparelho TDR (Time Domain Reflectometry) a 15 cm de profundidade em 29/10/1993, 16/3/1994 e 13/10/1994 em um reticulado quadrado de 1 m, compreendendo aproximadamente 100 pontos na parcela com vegetação natural e 90 pontos na parcela cultivada. A variabilidade espacial foi avaliada com uso de geoestatística, examinando semivariogramas, e efetuando interpolação por meio da técnica de krigagem para construção de mapas de isolinhas, a fim de examinar a estabilidade temporal dos locais com ocorrência de valores médios. Conclui-se que o cultivo e a cobertura do solo afetam a dependência espacial do teor de água uma vez que na parcela cultivada a dependência tende a desaparecer à medida que o conteúdo de água aumenta. Para a parcela sob vegetação natural ocorreu o contrário, com dependência espacial em distâncias maiores para a situação em que o conteúdo de água médio foi maior. A estabilidade temporal do teor de água do solo foi maior nos dias em que a dependència espacial entre amostras foi menor. Resumo em inglês The objective of this study was to assess the spatial variability for soil water content as a function of time, in two distinct land uses. In order to do that, soil moisture measurements were taken in two adjacent plots, one of which was cultivated and the other was kept with natural vegetation, in Galicia, Spain. The water content was measured using a TDR at 15 cm depth. The soil was classified as an Umbrisol (FAO) and measurements were taken on a regular square grid of (mais) 1m on a flat 190 m² plot, half of which was cultivated and comprised 100 sampling points and the other half was with natural vegetation and comprised 90 samplings points. Dates of sampling were 29/October/1993, 16/March/1994 and 13/October/1994. The spatial variability was analyzed by the semivariograms, and by kriging estimation maps for each date and land use, and assessing temporal stability of the places where values close to the mean value occur. It was concluded that cultivation and cover crop affect the spatial dependence for soil water content since on the cultivated plot the spatial dependence tended to disappear as the water content increased. The reverse was found for the natural vegetation plot since it showed spatial dependence for larger distances as the water content increased. The time stability of soil water content was higher when spatial dependence among samples was lower.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Análise do dividendo demográfico na matrícula escolar no Brasil numa abordagem hierárquica e hierárquica-espacial/ An analysis of the demographic dividend on school enrollment in Brazil a hierarchical and spatial-hierarchical approach/ Análisis del dividendo demográfico en la matrícula escolar en Brasil en un abordaje jerárquico y jerárquico-espacial

Riani, Juliana de Lucena Ruas; Rios-Neto, Eduardo Luiz Gonçalves
2007-06-01

Resumo em português Esse artigo procura investigar os determinantes da matrícula escolar no Brasil, nos ensinos fundamental e médio, combinando duas tradições dos estudos educacionais. A primeira refere-se ao dividendo demográfico e a segunda aos estudos dos determinantes educacionais que utilizam o arcabouço teórico da Função de Produção Educacional. Somado a isso, busca-se incluir a dinâmica espacial na análise educacional, através da construção de uma metodologia alternati (mais) va, que combina os modelos hierárquico e espacial. Os principais resultados indicaram que uma menor pressão demográfica constitui um dos fatores contextuais mais importantes para a matrícula no fundamental. Já para o ensino médio, a disponibilidade de oferta educacional, representada pela razão professor/população em idade escolar, é o fator municipal mais relevante. Quando se considera o espaço na análise através do modelo hierárquico-espacial, observa-se que a razão de dependência e as demais variáveis contextuais das cidades vizinhas afetam a matrícula de determinado município. Resumo em espanhol Este artículo busca investigar los determinantes de la matrícula escolar en Brasil, en los niveles de enseñanza fundamental y media, combinando dos tradiciones de los estudios educacionales. La primera se refiere al dividendo demográfico y la segunda a los estudios de los determinantes educacionales que utilizan el andamiaje teórico de la Función de Producción Educacional. Sumado a eso, se busca incluir la dinámica espacial en el análisis educacional, a través d (mais) e la construcción de una metodología alternativa que combina los modelos jerárquico y espacial. Los principales resultados indicaron que una menor presión demográfica constituye uno de los factores contextuales más importantes para la matrícula no fundamental. Por otro lado, para la enseñanza media la disponibilidad de oferta educacional, representada por la razón profesor / población en edad escolar, es el factor municipal más relevante. Cuando se considera el espacio en el análisis a través del modelo jerárquico-espacial, se observa que la razón de dependencia y las demás variables contextuales de las ciudades vecinas afectan la matrícula de determinado municipio. Resumo em inglês The aim of this paper is to investigate the determinants of attendance at elementary and secondary schools in Brazil, combining two traditions in educational studies. The first tradition has to do with the demographic dividend and the second with studies on educational determinants based on the theoretical approach of Educational Production Function. This article takes into account spatial dynamics in educational analysis by constructing an alternative methodology that co (mais) mbines spatial and hierarchical models. The main results show that, on the elementary level, lower demographic pressure is among the most important contextual factors that influence enrolment of children in schools. On the other hand, educational supply, represented by the ratio between the number of teachers and the school-age population, is the most important aspect in cities. The hierarchical-spatial model shows that the dependency ratio, together with the additional contextual variables in adjacent cities, has an influence on school enrollment of any given municipality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Variabilidade espacial da qualidade de frutos de melão em áreas fertirrigadas/ Spatial variability of fruit quality of melon under fertigation in Mossoró, Brazil

Miranda, Neyton de O.; Oliveira, Teógenes S. de; Levien, Sérgio Luiz A.; Souza, Edivan R. de
2005-06-01

Resumo em português Duas áreas de produção de melão fertirrigado por gotejamento foram amostradas em malha para identificar a variabilidade espacial de características de qualidade dos frutos, determinar sua dependência espacial e localizar regiões onde a qualidade dos frutos possa ser melhorada se adotado manejo adequado. Uma área foi cultivada com o híbrido Goldex em Latossolo Vermelho Amarelo eutrófico e a outra com o 'orange Flesh' em Argissolo Vermelho Amarelo. Determinou-se a (mais) massa média de frutos comerciáveis, conteúdo de sólidos solúveis totais, firmeza de polpa e espessura da polpa. Os dados foram analisados através da estatística descritiva e da geoestatística, com a qual se avaliou a dependência espacial das variáveis e se confeccionou mapas de isovalores por interpolação. As características estudadas se ajustaram à distribuição normal e apresentaram variabilidade baixa, com exceção do peso médio de frutos comerciáveis do 'Goldex'. A baixa variabilidade foi conseqüência da seleção cuidadosa após a colheita. A dependência espacial foi alta para o teor de sólidos solúveis totais no 'Goldex' e peso médio de frutos comerciáveis nas duas áreas, e foi média para as outras variáveis. Através dos mapas de isovalores, identificaram-se regiões com frutos muito grandes no 'Goldex' e com valores baixos de sólidos solúveis totais no 'Orange Flesh'. Resumo em inglês Two production areas of trickle fertigated melon were grid sampled to assess spatial variability of fruit quality, determining the spatial dependence, and localizing regions where site specific management can improve fruit quality. Goldex hybrid was grown in a Yellow Red Latosol, and orange flesh in a Yellow Red Argisol. Mean fresh mass of marketable fruits (PMCOM), total soluble solids (SST), pulp firmness and pulp thickness were determined. Descriptive statistics was us (mais) ed for an exploratory analysis of data, while geostatistics was used to evaluate spatial dependence of variables and generate contour maps by interpolation techniques. All variables were adjusted to normal distribution, and while PMCOM had medium variability the other variables showed a low variability, which is explained by well-defined selection criteria. Spatial dependence was strong for SST in 'Goldex' and PMCOM in both areas, while the other variables showed a moderate dependence. Contour maps showed regions where fruits exceeded weight standards in 'Goldex' and in 'Orange Flesh' the SST was below standards.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Comparação entre métodos de amostragem do solo para recomendação de calagem e adubação do cafeeiro conilon/ Comparison between soil sampling methods for conilon coffee liming and fertilization recommendation

Oliveira, Rone B. de; Lima, Julião S. de S.; Xavier, Alexandre C.; Passos, Renato R.; Silva, Samuel de A.; Silva, Alessandra F. da
2008-03-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi comparar a metodologia convencional de amostragem de solo com a análise espacial para a recomendação de calagem e adubação de nitrogênio, fósforo e potássio em solo cultivado com café conilon. O experimento foi realizado nas safras de 2004/2005 e 2005/2006, em área de 1,0 ha, com as amostras retiradas na profundidade de 0-0,20 m. No método convencional, coletaram-se 15 subamostras em caminhamento ziguezague, constituindo uma amostr (mais) a composta, e, no método espacial, construiu-se uma malha amostral de 109 pontos georreferenciados. Com os resultados das análises, foi calculada a necessidade de calagem e adubação em função do teor do elemento no solo e da produtividade esperada das plantas. Os dados foram analisados por meio da estatística clássica (descritiva e exploratória) e pela análise espacial, utilizando técnicas de geoestatística (modelagem da estrutura de variabilidade espacial e realização de inferências) e geoprocessamento (álgebra de mapas). Com exceção da recomendação de fósforo em 2005 e potássio em 2006, todas as demais recomendações apresentaram dependência espacial. A análise dos dados pelo método espacial possibilitou identificar zonas de déficit ou excesso de calagem e de adubação na área, que não poderiam ser definidas com o método convencional de amostragem (ziguezague). Resumo em inglês This study aimed to evaluate the soil sampling conventional methodology with spatial analysis for liming and fertilization with nitrogen, phosphorus and potassium on soil cultivated with conilon coffee. The trial was carried out during the 2004/2005 - 2005/2006 harvests in a 1.0 ha area with samples collected at 0-0.20 m depth. Fifteen sub samples in zigzag were collected for the conventional method forming a compound sample; as for the spatial method, 109 georeferenced p (mais) oints formed a sample grid. After the analysis results, the liming and fertilization needs were calculated based on the function of the element content in the soil and on the plant expected yield. Data were analyzed by both the classical statistics (descriptive and exploratory) and spatial analysis, using geostatistics techniques (modeling of the spatial variability structure and inferences) and geoprocessing (map algebra). Except for phosphorus in 2005 and potassium in 2006, every other recommendation showed spatial dependence. Data analysis by the spatial method provided the identification of zones with deficient or excessive liming and fertilization which could not be defined by the conventional sampling method (zigzag).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Métodos geoestatísticos no estudo da resistência do solo à penetração em trilha de tráfego de tratores na colheita de madeira/ Geostatistic methods used in the study of soil penetration resistance in tractor traffic trail during wood harvesting

Lima, Julião Soares de Souza; Oliveira, Paulo César; Oliveira, Rone Batista de; Xavier, Alexandre Cândido
2008-10-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo avaliar a resistência do solo à penetração (RSP) em seção transversal à trilha de tráfego dos tratores "Feller-buncher" e "Skidder" na colheita de madeira, utilizando-se as técnicas de geoestatística na determinação da dependência espacial e interpolação por krigagem. Ajustaram-se modelos de semivariogramas para determinação da dependência espacial antes do tráfego e depois do corte e do arraste. O coeficiente de variaç (mais) ão da RSP na trilha diminuiu com o tráfego. Os resultados indicaram moderada dependência espacial da RSP antes e depois do corte, ajustando-se o modelo esférico. O modelo linear ajustou-se às semivariâncias após o arraste da madeira, indicando, nesse caso, a necessidade de se trabalhar com uma malha maior para representar a continuidade do atributo. A metodologia geoestatística mostrou ser boa ferramenta para estimar valores em pontos não amostrados e na construção dos mapas de isolinhas da RSP pelo método de interpolação por krigagem. Resumo em inglês This work was carried out to evaluate soil penetration resistance (SPR) in a transversal section of the traffic trail of the tractors Feller-buncher and Skidder during wood harvesting. Geostatistic techniques were used to determine spatial dependence and kriging interpolation. Semivariogram models were fit to determine spatial dependence before traffic and after cutting and skidding. The SPR variation coefficient in the trail reduced with traffic. The result showed a mode (mais) rate SPR spatial dependence in the soil section before and after cutting,with the spherical model being adjusted. The linear model was adjusted to semivariance after wood skidding, indicating the need to use a larger grid to represent the continuity of the attribute. The geostatistic methodology was found to be a good tool to estimate the values in non-sampled points and in SPR contour map building

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Variabilidade espacial de atributos químicos e produtividade da cultura do café em duas safras agrícolas/ Spatial variability of chemical attributes and coffee productivity in two harvests

Silva, Fábio Moreira da; Souza, Zigomar Menezes de; Figueiredo, Carlos Augusto Pereira de; Vieira, Luciano Henrique de Souza; Oliveira, Ezequiel de
2008-02-01

Resumo em português O emprego da Agricultura de Precisão pode ser uma das alternativas para o país continuar com a liderança mundial de café, por meio da competitividade nos custos e na qualidade do produto. Objetiva-se com este trabalho, avaliar a variabilidade espacial dos atributos químicos do solo e da produtividade da cultura do cafeeiro em duas safras agrícolas. Amostras de solo foram coletadas na profundidade de 0,0-0,2 m, nos pontos de cruzamento de uma malha com intervalos reg (mais) ulares de 25 m, perfazendo um total de 68 pontos em uma área de 6,2 ha. Os frutos de quatro plantas, em torno dos pontos de cruzamento da malha, foram coletados para o cálculo da produtividade média por planta. A dependência espacial encontrada para os atributos químicos e produtividade da cultura do café, bem como a semelhança de comportamento dos atributos estudados nas diferentes safras, permite inferir que o efeito de bianuidade não interferiu na variabilidade espacial da cultura do café. A grande amplitude nos atributos químicos justifica o estudo da aplicação diferenciada e localizada de fertilizantes na lavoura cafeeira. A regressão linear espacial mostrou comportamento semelhante da variabilidade espacial dos atributos químicos e produtividade da cultura do café nas duas safras estudadas. Resumo em inglês Precision agriculture is one of the alternatives that may help maintaining the Brazilian international leadership in coffee production by reducing production costs and increasing competitiveness and product quality. Assessing the spatial variability of soil attributes has a crucial importance for the application of precision agriculture techniques. Therefore, the aim of this work was to evaluate the spatial variability of soil chemical attributes and coffee yield in two a (mais) gricultural seasons. Soil samples were collected in a depth of 0.0-0.2 m, at the crossing points of a regular grid, comprising a total of 68 points located at 25 m-intervals in an area of 6.2 ha. Fruits of four coffee plants around the soil sampling points were collected and the average yield per plant was calculated. The spatial dependence found for chemical attributes and coffee yield as well as the similar behavior of the attributes studied in the different agricultural seasons indicates that the bi-annuity effect did not intervene with the spatial variability of the crop. The large amplitude found for soil chemical attributes justifies to study the differentiated and localized application of fertilizers in coffee plantations. The spatial linear regression showed a similar spatial variability in both chemical attributes and coffee yield in the two studied seasons.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Variabilidade e correlação espacial de propriedades físicas de solo sob plantio direto e preparo convencional/ Variability and correlation among physical properties of an oxisol under no-till and conventional tillage

Schaffrath, Valter Roberto; Tormena, Cássio Antônio; Fidalski, Jonez; Gonçalves, Antônio Carlos Andrade
2008-08-01

Resumo em português Os sistemas de manejo do solo influenciam a distribuição espacial das propriedades físicas do solo. Os objetivos deste estudo foram verificar a dependência e a correlação espacial de algumas propriedades físicas do solo por meio do ajuste de dados aos semivariogramas simples e cruzados num Latossolo Vermelho distroférrico, sob plantio direto e preparo convencional, no município de Campo Mourão, Estado do Paraná. Em abril de 2004, realizou-se a amostragem de sol (mais) o e retiraram-se 128 amostras de solo indeformadas, em malha de 3,0 x 5,0 m, no terço médio da camada de 0-0,15 m de profundidade. Foram determinadas as seguintes propriedades físicas do solo: densidade do solo, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, e o conteúdo de água do solo na tensão de 100 hPa ou equivalente à capacidade de campo. Essas propriedades físicas do solo apresentaram semivariogramas simples com maior variabilidade espacial e menor alcance no plantio direto do que no preparo convencional. Contrariamente, os semivariogramas cruzados entre a densidade do solo com a porosidade total ou a capacidade de campo mostraram correlação espacial com menor variabilidade espacial e maior alcance no plantio direto, comparado ao preparo convencional. Os semivariogramas cruzados evidenciaram que a densidade do solo determinou as correlações espaciais com as outras propriedades físicas nos dois sistemas de manejo do solo. Resumo em inglês Soil management systems modify the spatial distribution of soil physical properties. The objectives of this study were to verify the spatial dependency and co-relationship of some soil physical properties by data fitting to individual and cross-semivariograms in an Oxisol (Typic Haplorthox) under no-till and conventional tillage, in Campo Mourão, state of Parana, Brazil. In April 2004, 128 undisturbed soil samples were collected in a 3 x 5 m grid, in the middle of the 5- (mais) 0.15 m layer. The following soil physical properties were measured: soil bulk density, macroporosity, microporosity, total soil porosity and soil water content at a tension of 100 hPa (field capacity). The spatial variability in the single semivariogram of these soil physical properties was higher and the range in no-tillage was smaller than in conventional tillage. On the other hand, the cross-semivariogram of soil bulk density and total porosity or field capacity indicated spatial co-relationships with lower spatial variability and higher ranges in no-tillage than conventionally tilled soils. The cross-semivariogram suggested that soil bulk density showed a spatial co-relationships with the other soil physical properties in both soil management systems studied.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Análise geoestatística de casos de hanseníase no Estado de São Paulo, 1991-2002/ Geostatistical analysis of leprosy cases in the State of São Paulo, 1991-2002

Opromolla, Paula A; Dalben, Ivete; Cardim, Márcio
2006-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar o padrão espacial da ocorrência dos casos de hanseníase para identificar áreas com probabilidade de riscos de transmissão da doença. MÉTODOS: Estudo ecológico, tendo como unidade de análise os municípios do Estado de São Paulo georreferenciados em seus centróides. A fonte de dados utilizada foi o banco informatizado dos casos de hanseníase notificados do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, no período de 1991 a 20 (mais) 02. Utilizou-se de técnicas de geoestatística para a detecção das áreas de probabilidade de risco para hanseníase e quantificação da dependência espacial dos casos. RESULTADOS: Detectou-se o alcance de dependência espacial de 0,55 graus de coordenadas georreferenciadas, correspondendo aproximadamente a 60 km. As principais áreas de probabilidade de risco encontradas foram as regiões nordeste, norte e noroeste do Estado. CONCLUSÕES: A verificação de áreas com probabilidades de riscos de casos de hanseníase, utilizando-se a análise da dependência espacial, pode ser ferramenta útil para avaliar a situação de saúde e planejar alocação de recursos. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the spatial pattern of leprosy case occurrences in order to identify areas with a probability of disease transmission risks. METHODS: This was an ecological study in which the analysis units were municipalities in the State of São Paulo that were georeferenced at their centroids. The data source was the electronic database of notified leprosy cases at the Epidemiological Surveillance Center of the State of São Paulo, from 1991 to 2001. Geostatistic (mais) al techniques were used for detecting areas with a probability of leprosy risk, and for quantifying the spatial dependency of cases. RESULTS: The spatial dependence detected extended outwards to 0.55 degrees from the georeferenced coordinates, which corresponded to approximately 60 km. The main areas identified as presenting a probability of risk were the northeastern, northern and northwestern regions of the State. CONCLUSIONS: Verification of areas with the probability of leprosy risk using spatial dependence analysis may be a useful tool for assessing health conditions and planning budget allocations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Análise geoestatística de casos de hanseníase no Estado de São Paulo, 1991-2002/ Geostatistical analysis of leprosy cases in the State of São Paulo, 1991-2002

Opromolla, Paula A; Dalben, Ivete; Cardim, Márcio
2006-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar o padrão espacial da ocorrência dos casos de hanseníase para identificar áreas com probabilidade de riscos de transmissão da doença. MÉTODOS: Estudo ecológico, tendo como unidade de análise os municípios do Estado de São Paulo georreferenciados em seus centróides. A fonte de dados utilizada foi o banco informatizado dos casos de hanseníase notificados do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, no período de 1991 a 20 (mais) 02. Utilizou-se de técnicas de geoestatística para a detecção das áreas de probabilidade de risco para hanseníase e quantificação da dependência espacial dos casos. RESULTADOS: Detectou-se o alcance de dependência espacial de 0,55 graus de coordenadas georreferenciadas, correspondendo aproximadamente a 60 km. As principais áreas de probabilidade de risco encontradas foram as regiões nordeste, norte e noroeste do Estado. CONCLUSÕES: A verificação de áreas com probabilidades de riscos de casos de hanseníase, utilizando-se a análise da dependência espacial, pode ser ferramenta útil para avaliar a situação de saúde e planejar alocação de recursos. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the spatial pattern of leprosy case occurrences in order to identify areas with a probability of disease transmission risks. METHODS: This was an ecological study in which the analysis units were municipalities in the State of São Paulo that were georeferenced at their centroids. The data source was the electronic database of notified leprosy cases at the Epidemiological Surveillance Center of the State of São Paulo, from 1991 to 2001. Geostatistic (mais) al techniques were used for detecting areas with a probability of leprosy risk, and for quantifying the spatial dependency of cases. RESULTS: The spatial dependence detected extended outwards to 0.55 degrees from the georeferenced coordinates, which corresponded to approximately 60 km. The main areas identified as presenting a probability of risk were the northeastern, northern and northwestern regions of the State. CONCLUSIONS: Verification of areas with the probability of leprosy risk using spatial dependence analysis may be a useful tool for assessing health conditions and planning budget allocations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Variabilidade espacial de atributos químicos do solo em áreas sob sistema plantio convencional/ Spatial variability of soil chemical attributes in areas managed under conventional tillage

Machado, Leonardo de Oliveira; Lana, Ângela Maria Quintão; Lana, Regina Maria Quintão; Guimarães, Ednaldo Carvalho; Ferreira, Carla Virgínia
2007-06-01

Resumo em português A variabilidade espacial de atributos químicos de solo foi avaliada em uma lavoura comercial cultivada sob sistema plantio convencional, em Uberlândia (MG), no ano de 2004. O objetivo foi avaliar a distribuição e a dependência espacial dos atributos químicos do solo em uma lavoura sob sistema plantio convencional. A grade de amostragem foi estabelecida na Fazenda Santa Rosa, sendo o solo classificado como Latossolo Vermelho textura muito argilosa (680 g kg-1 de argi (mais) la). Coletaram-se dados do solo, dispostos segundo uma malha de 121 pontos amostrais, espaçados de 50 m, analisados por meio da geoestatística, na profundidade de 0-0,2 m. Foram determinados o pH em água; P e K disponíveis; Ca, Mg e Al trocáveis, H + Al, B, Cu, Fe, Mn, Zn, S e MO. Calcularam-se a saturação por bases (V %), CTC total (T) e soma de bases (SB). Os dados foram avaliados por estatística descritiva e pela análise de dependência espacial, com base no ajuste de semivariogramas. A maioria dos atributos apresentou coeficiente de variação (CV) alto, sendo o maior encontrado para P, 73,51 %, e o menor, para pH em água, 5,96 %. A grande maioria dos atributos avaliados mostrou dependência espacial, a qual foi classificada como moderada e forte. A maioria dos dados se ajustou ao semivariograma de modelo gaussiano. Resumo em inglês The spatial variability of soil chemical attributes was evaluated in a commercial plantation under conventional soil tillage in Uberlândia, state of Minas Gerais, Brazil, in 2004. The sampling grid was the Santa Rosa Farm, where the soil is classified as very clayey Red Latosol (680 g kg-1 clay). The objective was to evaluate the spatial distribution and dependence of the soil chemical attributes in a plantation under conventional soil tillage. For this purpose, soil dat (mais) a were collected from a grid of 121 sampling points in the 0-0.2 m layer, spaced 50 m apart, and analyzed by means of geostatistics. The following soil attributes were assessed: soil pHwater; phosphorus and available potassium; calcium, magnesium and exchangeable aluminum; H + Al; boron; copper; iron, manganese; zinc; sulphur and organic matter. The values of base saturation (V %), total CEC (T) and sum of bases (SB) were also computed. The data were evaluated by descriptive statistics and spatial dependence analysis, through the adjustment of semivariograms. The variation coefficient (CV) of most attributes was high; the highest one was found for phosphorus (73.51 %) and the lowest for soil pHwater (5.96 %). The majority of the evaluated attributes presented moderate and strong spatial dependence. Additionaly, most of the data adjusted to the Gaussian semivariogram model.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Relação entre a variabilidade espacial das frações granulométricas do solo e a produtividade do feijoeiro sob plantio direto/ Relationship between the spatial variability of particle-size fractions of soil and common bean yield under no-tillage

Kitamura, Aline Emy; Carvalho, Morel de Passos e; Lima, Cesar Gustavo da Rocha
2007-04-01

Resumo em português A distribuição granulométrica do solo exerce grande influência na produtividade vegetal. No ano agrícola de 2002/2003, foram analisados atributos da planta: produtividade de grãos (PG) e da palha (PP) do feijoeiro; e do solo: teores de argila, silte e areia de um Latossolo Vermelho distroférrico sob plantio direto, do Campus Experimental da Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira/UNESP, em Selvíria (MS). O objetivo foi analisar a variabilidade dos atributos pesqu (mais) isados, de forma a caracterizar suas dependências espaciais e as correlações, linear e espacial, entre eles. Foi instalada uma malha experimental para coleta dos dados, com 135 pontos amostrais, distribuídos numa área total de 8.000 m² (160 x 50 m). A variabilidade dos dados foi baixa para o teor de argila, média para os teores de silte e areia e alta para PP e PG. A maioria dos atributos apresentou moderada dependência espacial, com alcance entre 19,8 m (silte) e 103,1 m (areia) e de 29,8 m para a PG. Foi observada evidente correlação espacial entre todos os que apresentaram, dois a dois, os maiores coeficientes de correlação; entretanto, entre aqueles que apresentaram os menores, os dados sugeriram, em alguns casos, também haver concordante correlação espacial. Resumo em inglês The soil particle-size distribution has great influence on the plant yield. In the 2002/2003 growing season, plant and soil attributes of an experimental station of the Faculdade de Engenharia/UNESP (Ilha Solteira/SP - Brazil) were analyzed: common bean grain yield (GP), straw yield (SP), clay content (CL), silt (SI) and sand (SA) of a Red Latosol (Oxisol) under no-tillage. The objective was to analyze the variability of the evaluated attributes to characterize spatial de (mais) pendences and to study linear and spatial correlations between them. An experimental grid for data collection was installed with 135 points in an area of 8.000 m². The data variability was low for CL, intermediate for SI and SA, and high for SP and GP. The majority of the attributes presented moderate spatial dependence, ranging from 19.8 m (SI), to 103.1 m (SA), and 29.8 m for the GP. An evident spatial correlation was observed between all those variables that presented, two by two, the highest correlation coefficients. However, among the lowest ones, the data suggested, in some cases, a similar spatial correlation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Variabilidade espacial da resistência do solo à penetração e da taxa de estratificação de carbono orgânico do solo em um Latossolo Vermelho eutroférrico/ Spatial variability of soil resistance to penetration and soil organic carbon stratification ratio on a Typic Eutrothox

Fidalski, Jonez; Tormena, Cássio Antonio; Gonçalves, Antonio Carlos Andrade; Oliveira Júnior, Rubem Silvério
2006-12-01

Resumo em português A compactação e a qualidade do solo são constantemente questionadas para a definição do manejo de solo em plantio direto. Os objetivos deste estudo foram avaliar a variabilidade espacial da resistência do solo à penetração, da densidade do solo e a taxa de estratificação de carbono orgânico do solo em camadas de um Latossolo Vermelho eutroférrico, textura muito argilosa, em áreas contíguas de plantio direto com rotação de culturas e plantio direto com suc (mais) essão de culturas associado à escarificação. O estudo foi realizado de maio a junho de 2002, no município de Palotina, região Oeste do Paraná. As amostras para determinação da densidade do solo, da resistência do solo à penetração e do teor de carbono orgânico do solo foram obtidas em 120 pontos, em uma grade de 2 x 5m, na profundidade de 0,40m. Foram feitas três medidas de resistência do solo à penetração, em um período de 10 dias, iniciado depois de cessada a precipitação. A densidade do solo não explicou a dependência espacial da compactação do solo. A resistência do solo à penetração e a taxa de estratificação de carbono orgânico do solo apresentam alcances de 17m. A variação temporal da dependência espacial da resistência do solo à penetração ocorre nas camadas de 0,05-0,20m. As semelhanças da dependência espacial da resistência do solo à penetração e da taxa de estratificação de carbono orgânico do solo, revelaram a importância da qualidade do solo na estabilização espacial e temporal da compactação do solo, expressa pela resistência do solo à penetração em sistemas de plantio direto. Resumo em inglês The compaction and the quality of the soil are constantly questioned for the definition of the no-till soil management. This study was aimed at evaluating the spatial variability of the soil resistance to penetration, bulk density and soil organic carbon stratification ratio in layers on a clayey Typic Eutrothox, in contiguous areas of no-tillage with rotation of cultures and no-tillage with succession of cultures associated the chiselling. The study was set up from May t (mais) o June of 2002, in Palotina, west region of the state of Parana, Brazil. The samples for determination the soil bulk density, soil resistance to penetration and soil organic carbon stratification ratio were obtained in 120 points in 2 x 5m grid, in the 0.40m depth. Soil resistance to penetration measures were made three times, in a period of 10 days, initiate after having interrupted precipitation. The soil bulk density did not explain the spatial dependence of the compaction of the soil. The soil resistance to penetration and soil organic carbon stratification ratio presented range of 17m. The temporal variation of the spatial dependence of the soil resistance to penetration happens in the 0.05-0.20m layers. Similares spatial e dependence of the soil resistance to penetration and soil organic carbon stratification ratio reveals the importance of the quality of the soil in the spatial and temporary stabilization of the compaction of the soil expresses for the soil resistance to penetration in no-tillage systems.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Variabilidade espacial da infiltração de água em solo sob pastagem em função da intensidade de pisoteio/ Spatial variability of water infiltration rate in soil under pasture as a function of cattle trampling intensity

Miguel, Fernanda Ribeiro Marques; Vieira, Sidney Rosa; Grego, Célia Regina
2009-11-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da intensidade de pisoteio do gado na variabilidade espacial da infiltração de água no solo. O experimento foi conduzido em um Argissolo Vermelho-Amarelo, com pastagem de Urochloa brizantha dividida em seis piquetes de 1 ha, cada um com 50 pontos de amostragem, em grade de 10x10 m. Em cada local de amostragem, foi medida a taxa de infiltração tridimensional de água em solo saturado, nas profundidades de 0,10 e 0,20 m. A (mais) s medições foram realizadas na primeira, décima primeira e décima quinta passagens do gado pelos piquetes. Os dados obtidos foram submetidos à análise geoestatística, para avaliação da variabilidade espacial das propriedades do solo. As 15 passagens do gado pelos piquetes resultaram em diminuição da taxa de infiltração de água no solo de 73,3% a 0,10 m e de 64,6% a 0,20 m de profundidade. O estudo da variabilidade espacial da taxa de infiltração de água no solo, por meio da geoestatística, possibilita a construção de mapas para a avaliação dos efeitos da intensificação do pisoteio do gado sobre as propriedades físicas do solo. A taxa de infiltração de água no solo apresenta estrutura de dependência espacial que aumenta em função da intensidade do pisoteio do gado. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the effect of cattle trampling intensity on the spatial variability of soil-water infiltration rate. The experiment was carried out on an Argissolo Vermelho-Amarelo (Ultisol) under a Urochloa brizantha pasture, divided into six one-hectare plots, each with 50 sampling points in a 10x10 m grid. In each sampling site, the saturated three-dimensional infiltration rate at 0.10 and 0.20-m depths was measured. Measurements were made in (mais) the first, eleventh and fifteenth cattle passages on the plots. Data were submitted to geostatistics for the study of the spatial variability of the saturated infiltration rate. The 15 cattle passages on the plots caused a decrease of 73.3% in the soil water infiltration rate, at 0.10-m depth, and 64.4% at 0.20-m depth. The study of spatial variability of soil-water infiltration rate with geostatistics permits the construction of maps for assessing the effects of cattle trampling intensification on soil physical properties. Water infiltration rate in soil has a spatial dependency structure which increases as a function of trampling intensity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Produtividade do setor agrícola brasileiro (1991-2003): uma análise espacial

Perobelli, Fernando Salgueiro; Almeida, Eduardo Simões de; Alvim, Maria Isabel da Silva A.; Ferreira, Pedro Guilherme Costa
2007-04-01

Resumo em português A produtividade agrícola é marcada por padrões de localização representados pelos chamados efeitos espaciais, a saber: a heterogeneidade espacial e a dependência espacial. Assim, este trabalho analisa os efeitos espaciais que exercem influência sobre a produtividade agrícola da terra para três momentos do tempo - 1991, 1997 e 2003 - em nível microrregional. Para isso, implementa-se a análise exploratória de dados espaciais. O principal resultado mostra que a p (mais) rodutividade agrícola está crescentemente autocorrelacionada no espaço ao longo do tempo. Dois clusters alto-alto (AA) são identificados consistentemente: um deles localiza-se no Estado de São Paulo e partes do Centro-Oeste, enquanto o outro cluster AA situa-se no litoral nordestino. Resumo em inglês Agricultural productivity is characterized by location patterns, represented by the so-called spatial effects, namely, spatial heterogeneity and spatial dependence. This paper analyzes the spatial effects which exert influence on agricultural land productivity at three points in time - 1991, 1997 and 2003 - at the microregional level, using exploratory spatial data analysis (ESDA). The main finding shows that agricultural productivity is increasingly self-correlated in sp (mais) ace, over time. Two high-high (HH) clusters are identified consistently: one of them is located in the State of São Paulo and parts of the Center-West region, while the other cluster (HH) lies in the Northeastern Coast.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Variabilidade espacial e temporal de plantas daninhas em Latossolo Vermelho argiloso sob semeadura direta/ Spatial and temporal variability of weed population in an Oxisol under no-till system

Chiba, Marcio Koiti; Guedes Filho, Osvaldo; Vieira, Sidney Rosa
2010-12-01

Resumo em português O conhecimento da variabilidade espacial das plantas daninhas permite ações de manejo localizado, que podem trazer o duplo benefício da economia de insumos e da preservação da qualidade do ambiente. Este trabalho objetivou avaliar a distribuição espacial de plantas daninhas num Latossolo Vermelho distrófico (LVd) argiloso em Campinas, Estado de São Paulo, no período entre 2003 e 2008. A área amostrada era de 3,42 hectares e apresentava 302 pontos amostrais dist (mais) ribuídos em grade regular de 10 x 10 m. Os coeficientes de variação calculados foram classificados como altos e muitos altos, características de dados provenientes de contagem, e assimétricos, o que demonstra que a utilização de valores médios não representa adequadamente a população amostral. A análise semivariográfica mostrou que, para as diferentes épocas estudadas, houve estrutura de dependência espacial definida, tanto para as plantas separadas em função do tipo de folha como para o número total delas. Os mapas obtidos por krigagem e o índice de distribuição evidenciaram o padrão agregado da distribuição espacial dos dados. Foi possível delimitar zonas de manejo com diferenças de infestação da ordem de cinco a dez vezes no número total de plantas daninhas, confirmando a hipótese de que a análise geoestatística pode ser utilizada como ferramenta auxiliar no manejo de forma satisfatória. Resumo em inglês The knowledge of weed spatial distribution allows specific site management that leads to herbicide savings and environmental quality protection. This work aimed to evaluate the spatial distribution of weeds in a clay Oxisol in Campinas, Sao Paulo State, Brazil during the period between 2003 and 2008. The sampled area measured 3.42 ha and featured 302 sampling points, in a 10 x 10 meter regular grid. Based on high and very high values of coefficient of variation and on its (mais) asymmetry, it was shown that inferences of mean values did not represent the sampled population of weeds. Also, the semivariograms showed a spatial pattern of data for weeds, even if they were separated according to its leaf morphology. The clustered weed distribution were well designed at the kriged maps and also observed according to distribution index. With the geostatistical approach, it was possible to clear mapping site-specific managing zones with 5 to 10 fold differences in weed count, in order to confirm that this technique can be used as ancillary tool in agricultural practices.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Variabilidade espacial da umidade de um Latossolo Vermelho-Amarelo sob plantio direto/ Spatial variability of soil water content of a Red-Yellow Latosol under no-tillage

Sampaio, Fabrício de M. T.; Ferreira, Mozart M.; Oliveira, Marcelo S. de; Almeida, Alberto C.; José, Marcos R.
2010-10-01

Resumo em português O estudo da dependência espacial de atributos do solo é importante para aprimorar as práticas de manejo e de amostragem. Este trabalho teve o objetivo de estudar a variabilidade espacial da umidade de um Latossolo Vermelho-Amarelo sob plantio direto, cultivado com milho, e sua relação com o carbono orgânico total do solo, macroporosidade e microporosidade. A pesquisa foi conduzida em uma área localizada no município de Lavras - MG. Na avaliação dos atributos do (mais) solo, foi delineada uma malha experimental com dimensões iguais a 90 x 90 m (0,81 ha de área), com espaçamento entre os pontos de amostragem de 15 x 15 m. Para obter maior detalhamento da dependência espacial dos dados, realizou-se a implantação de mais duas malhas (zoom) dentro de um quadrante da grande malha, totalizando 73 pontos de leitura. A umidade do solo em base volume (cm³ cm-3) foi determinada in situ em duas datas, utilizando-se de um equipamento de TDR. Por meio da análise dos dados das duas datas pela Estatística Clássica, observaram-se coeficientes de variação médios para a umidade do solo. Obteve-se um semivariograma com efeito pepita puro quando o solo se apresentou mais úmido, indicando a ausência total de estruturação nestas condições. Já para o solo mais seco, ajustou-se o modelo exponencial ao semivariograma, o qual mostrou moderada dependência espacial e alcance de 75 m. Verificou-se que a associação entre a umidade do solo e o carbono orgânico aumentou na condição de solo mais seco. Resumo em inglês The study of spatial dependence of soil attributes is important to improve management practices and sampling. This research aimed to investigate the spatial and temporal variability of the soil water content of a Red-Yellow Latosol under no-tillage cultivated with maize and its relation to the total organic carbon in soil, macroporosity and microporosity. The experiment was on experimental area located in Lavras, state of Minas Gerais, Brazil, which was implanted an exper (mais) imental mesh with dimensions 90 x 90 m (0.81 ha of area) and spacing among points equal to 15 x 15 m . For a more detailed spatial dependence of data, it was realized the introduction of two more meshes (zoom) in a quadrant of the great mesh, totaling 73 reading points. The soil water content in base volume (cm³ cm-3) was determined on two dates, using an equipment that is based on the technique of Time Domain Reflectometry (TDR). Through the analysis of data from two dates with classical statistical, it was observed average coefficients of variation for soil moisture. It was obtained a semivariogram with pure nugget effect to a wetter soil, indicating a total lack of structure for soil moisture. For the drier soil, it was found that the association between soil moisture and organic carbon increased and fit the exponential model to semivariogram, which showed moderate spatial dependence and range equal to 75 m.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Variabilidade espacial de propriedades físico-hídricas de um nitossolo sob a cultura do feijoeiro irrigado/ Spatial distribution of physical-hydric properties of a nitosols under irrigated bean crop

Guimarães, Rachel M. L.; Gonçalves, Antônio C. A.; Tormena, Cássio A.; Folegatti, Marcos V.; Blainski, Éverton
2010-08-01

Resumo em português Devido à utilização mais intensa de água via irrigação e ao elevado custo que tem sido agregado a este recurso, é necessário que os sistemas de irrigação operem com altos níveis de eficiência. A descrição do padrão espacial de propriedades físico-hídricas do solo pode auxiliar no manejo eficiente da irrigação. Para tanto, técnicas da geoestatística são necessárias. Assim, este trabalho teve como objetivos descrever e avaliar o padrão espacial da po (mais) rosidade, densidade e armazenamento de água no solo durante um ciclo de secamento, num Nitossolo Vermelho distroférrico cultivado com a cultura do feijoeiro. A área de cultivo foi subdividida em 80 quadrículas, segundo uma malha de 3 por 3 m. Em cada quadrícula, mediu-se o teor de água do solo ao longo do tempo, com sondas de TDR de 0,20 m de comprimento, e coletou-se uma amostra de solo indeformada. Os dados foram analisados por meio da estatística descritiva, análise exploratória e técnicas da geoestatística. A porosidade total, a macroporosidade e a microporosidade ocorreram de forma aleatória na área. A densidade do solo apresentou moderado grau de dependência espacial. Verificou-se que a uniformidade de aplicação da lâmina de irrigação não alterou o padrão espacial de armazenamento de água no solo, evidenciando que fatores intrínsecos do solo definiram este padrão. Resumo em inglês Due to the intensive utilization of water for irrigation and the high costs of this resource, irrigation systems need to run with high levels of efficiency. The spatial pattern of soil properties can help to improve the efficiency of irrigation management. For this, geostatistic techniques are needed. The objectives of this work were to describe statistically and to evaluate the spatial variability of bulk density, soil porosity and water storage, on a Red Nitosols, culti (mais) vated with irrigated beans. The experimental area was sub-divided into 80 squares, in a 3 m squared grid. On each square measurements of soil moisture during the dry cycle, with 0.20 m of depth TDR probes and an undisturbed soil sample were taken. Data was analyzed by descriptive statistics, exploratory analysis and geostatistic techniques. It was found that the total porosity, macroporosity and microporosity are randomly distributed variables. Soil bulk density presented a moderated level of spatial dependence. The uniformity of the amount of water applied does not influence the water storage pattern, but intrinsic soil factors are determining factors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Variabilidade espacial da textura de um Argissolo Vermelho Amarelo sob cultivo de pastagem e vegetação nativa/ Spatial variability of the texture in a Red-Yellow Ultisol under pasture and nature vegetation crop

Lima, Julião Soares de Souza; Sattler, Marcos Antonio; Xavier, Alexandre Cândido; Oliveira, Rone Batista de; Passos, Renato Ribeiro; Oliveira, Paulo César
2009-12-01

Resumo em português O conhecimento da variabilidade espacial dos atributos de um solo sob diferentes coberturas auxilia o estudo das alterações ocorridas em razão do manejo. O objetivo deste trabalho foi determinar, com uso da estatística clássica e geoestatística, a variabilidade espacial das frações texturais de um solo cultivado com pastagem e vegetação nativa. Amostras de solo foram coletadas na profundidade de 0-0,20m, nos pontos de cruzamento de uma malha, com intervalos regu (mais) lares de 10m, totalizando 64 pontos em cada área. Na área de pastagem, as frações areia grossa e total apresentaram valores médios maiores em relação à vegetação nativa e correlações negativas com as altitudes dos pontos amostrais nas duas áreas. Todas as frações texturais apresentaram dependência espacial de moderada a alta nas duas áreas e com o patamar definido, com exceção da areia fina e do silte na pastagem. Grande parte dessa variabilidade ocorre em função da erosão hídrica. Resumo em inglês The study of the spatial variability of soil attributes under different crop helps the study of changes due the management. This research was carried out to determine spatial variability the particle-size distribution, using of the classic statistic and geostatistics, of a soil cultivated with pasture and native vegetation. Soil samples were collected in the layer 0-0.20m, at the crossing points of a regular grid with 10m-intervals, summing up 64 samples points in each ar (mais) ea. In the pasture area the fractions of coarse and total sand presented larger mean values in relation to the native vegetation, and negative correlation with the altitude of the points samples in the two areas. All of the fractions presented moderate to high spatial dependence in the two areas and with the defined still, with exception of the fine sand and the silt in the pasture. Much of this variability occurs as a function of water erosion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Análise da distribuição espacial da hanseníase no Estado de São Paulo, 1991-2002/ Analysis of the spatial distribution of leprosy in The State of São Paulo, 1991-2002

Opromolla, Paula Araujo; Dalben, Ivete; Cardim, Márcio
2005-12-01

Resumo em português A hanseníase no Brasil ainda é um problema a ser equacionado e, no Estado de São Paulo, há varias regiões com altas taxas de detecção. O presente estudo objetivou analisar a distribuição e quantificar a dependência espacial das taxas médias de detecção da hanseníase no Estado de São Paulo, no período de 1991-2002, empregando técnicas geoestatísticas. Verificou-se tendência levemente decrescente das taxas médias de detecção para o Estado de São Paulo (mais) . Altos índices do indicador podem ser visualizados nas regiões oeste e noroeste de São Paulo. A dependência espacial encontrada foi de aproximadamente 30 km. Com os resultados encontrados, conclui-se que a análise de superfície das taxas médias de detecção pode auxiliar na escolha de áreas prioritárias visando aos exames de coletividade e ao incremento dos exames nos contatos dos casos detectados. Resumo em inglês Leprosy is a problem yet to be solved in Brazil, and in the State of São Paulo there are still areas with high detection rates. The present study aimed to analyze the distribution and quantify the spatial dependency of mean detection rates for leprosy in the State of São Paulo, during the 1991-2002 period, utilizing geostatistical techniques. A slight tendency toward decreased mean detection rates was verified in the State of São Paulo. High indexes of the indicator co (mais) uld be visualized in the West and Northwest regions of São Paulo. An estimated 30 km spatial dependency was detected. Based on the results, it could be concluded that analyzing the surface of mean detection rates may be helpful for choosing priority areas for examining groups of people, and to increment tests for the contacts of cases detected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Análise da distribuição espacial da hanseníase no Estado de São Paulo, 1991-2002/ Analysis of the spatial distribution of leprosy in The State of São Paulo, 1991-2002

Opromolla, Paula Araujo; Dalben, Ivete; Cardim, Márcio
2005-12-01

Resumo em português A hanseníase no Brasil ainda é um problema a ser equacionado e, no Estado de São Paulo, há varias regiões com altas taxas de detecção. O presente estudo objetivou analisar a distribuição e quantificar a dependência espacial das taxas médias de detecção da hanseníase no Estado de São Paulo, no período de 1991-2002, empregando técnicas geoestatísticas. Verificou-se tendência levemente decrescente das taxas médias de detecção para o Estado de São Paulo (mais) . Altos índices do indicador podem ser visualizados nas regiões oeste e noroeste de São Paulo. A dependência espacial encontrada foi de aproximadamente 30 km. Com os resultados encontrados, conclui-se que a análise de superfície das taxas médias de detecção pode auxiliar na escolha de áreas prioritárias visando aos exames de coletividade e ao incremento dos exames nos contatos dos casos detectados. Resumo em inglês Leprosy is a problem yet to be solved in Brazil, and in the State of São Paulo there are still areas with high detection rates. The present study aimed to analyze the distribution and quantify the spatial dependency of mean detection rates for leprosy in the State of São Paulo, during the 1991-2002 period, utilizing geostatistical techniques. A slight tendency toward decreased mean detection rates was verified in the State of São Paulo. High indexes of the indicator co (mais) uld be visualized in the West and Northwest regions of São Paulo. An estimated 30 km spatial dependency was detected. Based on the results, it could be concluded that analyzing the surface of mean detection rates may be helpful for choosing priority areas for examining groups of people, and to increment tests for the contacts of cases detected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Variabilidade espacial das características químicas do solo e produtividade de milho em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico/ Spatial variability of chemical soil properties and corn yield on a sandy loam soil

Silva, V. R.; Reichert, J. M.; Storck, L.; Feijó, S.
2003-12-01

Resumo em português O conhecimento da variação espacial de atributos de solo e de planta pode contribuir para o planejamento e otimização na condução de experimentos, bem como para o planejamento de lavouras comerciais, objetivando a agricultura de precisão. O objetivo deste estudo foi avaliar a distribuição e a dependência espacial de atributos químicos do solo e a produtividade de milho de um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico. A área recebeu calcário e fósforo, (mais) os quais foram incorporados juntamente com os resíduos culturais de aveia cerca de dois meses antes da amostragem. A coleta de amostras de solo foi realizada em intervalos de seis metros no sentido leste-oeste e a cada dois metros no sentido norte-sul. Determinaram-se pH do solo em água, índice SMP, fósforo disponível, potássio trocável, cálcio trocável, magnésio trocável, alumínio trocável, percentual de matéria orgânica do solo e produtividade de milho. Os dados foram avaliados por estatística descritiva e pela análise da dependência espacial, com base no ajuste de semivariogramas. Ajustou-se o modelo esférico para pH em água, índice SMP, fósforo disponível e saturação por bases; o modelo gaussiano, para potássio trocável e matéria orgânica, e o modelo exponencial, para produtividade de milho, alumínio trocável, cálcio trocável, magnésio trocável e H + Al. Todos os atributos estudados apresentaram de moderada a forte dependência espacial. O alcance da dependência espacial foi de 4,5 m para a produtividade de milho e foi muito próximo ao alcance da saturação por alumínio, H + Al e alumínio trocável. Para pH em água, índice SMP, potássio trocável, cálcio trocável, magnésio trocável, CTC efetiva e saturação por bases, o alcance foi de 20 m. É provável que o manejo recente da área tenha contribuído para o aumento da variabilidade dos atributos fósforo e potássio. Resumo em inglês Knowledge on spatial dependence characterization of plant and soil properties can help plan and optimize research studies, and be used for commercial agricultural cultivation aiming at precision agriculture. The objective of this study was to evaluate the spatial variability and dependence of several chemical soil properties and of corn yield on a sandy loam Paleudalf. The area was treated with lime and phosphorus by plowing the fertilizers into the soil along with oat re (mais) sidues two months prior to soil sampling. To quantify the soil properties in the field, soil samples were collected at 6 m intervals in the east-west direction and 6 m in the north-south direction. The soil pH in water, SMP index, available phosphorus, exchangeable cations (potassium, calcium, magnesium, and aluminum), organic matter percentage, and corn yield were determined. The data were analyzed with descriptive statistics and geostatistics, by fitting semivariogram models. The spatial dependence of all studied plant and soil properties was moderate to strong. The spherical model was adjusted for pH in water, SMP value, available phosphorous, and base saturation; the gaussian model described the spatial dependence of exchangeable potassium and organic matter; and the exponential model was adjusted to corn yield and to exchangeable cations (aluminum, calcium, and magnesium), H + Al. The range of spatial dependence was 4.5 m for corn yield and very close to exchangeable aluminum, aluminum saturation, and H + Al. The range for soil pH in water, SMP value, exchangeable cations (potassium, calcium, and magnesium), effective CTC, and base saturation was 20 m. Recent soil management operations probably had a part in the increased variability of soil characteristics like phosphorus and potassium.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Variabilidade espacial de Planossolo e produtividade de soja em várzea sistematizada: análise geoestatística e análise de regressão/ Spatial variability of a Planosol and soybean yield on a land-leveled paddy soil: geoestatistical and regression analysis

Reichert, José Miguel; Dariva, Thelmo Araújo; José Reinert, Dalvan; Silva, Vanderlei Rodrigues da
2008-08-01

Resumo em português Atributos do solo e da planta, espacialmente definidos, contribuem para o planejamento de lavouras comerciais e a locação de experimentos. O presente trabalho teve por objetivo estudar a variabilidade espacial de alguns atributos físicos e químicos do solo e sua relação com a produtividade de soja em várzea sistematizada. O experimento foi realizado no ano agrícola de 2000, na área experimental do Departamento de Solos da Universidade Federal de Santa Maria, Sant (mais) a Maria, RS, em um Planossolo Hidromórfico distrófico típico. Uma área de 160 x 88m foi amostrada em grade de 8 x 8m, totalizando 240 pontos. A produtividade e a altura de plantas de soja e atributos químicos e físicos do solo superficial (0 a 0,15m) e subsuperficial (0,15 a 0,30m) foram avaliadas. Para os atributos edáficos da camada de solo de 0-0,15m de profundidade, que apresentaram correlação com os atributos de planta, usaram-se técnicas de geoestatística, sendo a dependência espacial dos atributos avaliada por semivariogramas escalonados. Com exceção da densidade de partículas e do grau de floculação, todas as demais variáveis apresentaram dependência espacial de moderada (0,64 a 0,75) a forte (>0,75). A variabilidade espacial dos atributos físicos e químicos do solo afetou a produtividade de soja. Os atributos do solo analisados foram divididos, quanto ao alcance e ao modelo de semivariograma, em dois grupos: um grupo com modelo exponencial e alcance menor que 40m e outro com modelo gaussiano e alcance menor que 67m. A variabilidade espacial da produtividade de soja foi descrita pelo modelo gaussiano com alcance menor que 45m. Resumo em inglês Spatially-defined soil and plant properties contribute to better planning of experiments and commercial fields. This research had as objective the study of spatial variability of some physical and chemical properties of the soil and their relationship with soybean productivity. The experiment was conducted in the agricultural year of 2000, at the Federal University of Santa Maria, RS, Brazil, on land-leveled paddy soil. An area of 160 x 88m was sampled at an interval of 8 (mais) x 8m, resulting in 240 sampling points. The plant properties studied were soybean yield and plant height. Several chemical and physical properties of the topsoil (0 to 0.15m) and subsoil (0.15 to 0.30m) were determined. Geostatistical analysis was done only for the soil layer that presented correlation with the plant properties (0-0.15m), and the space dependence of the attributes was evaluated by scaled semivariograms. Except for soybean production, particle density and flocculation degree, all soil properties presented moderate (0.64 to 0.75) to strong (>0.75) space dependence. The production of soybean was influenced by space variability of the analyzed soil properties. The spatial variability of the soil physical and chemical properties in land-leveled paddy soil affected the production of soybean. The properties were classified in two different categories, based on semivariogram model and range: (i) exponential model and range smaller than 40m and (ii) gaussian model and range smaller than 67m. A gaussian model with range smaller than 45m described the spatial variation of soybean yeild.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Perdas de nutrientes por erosão e sua distribuição espacial em área sob cana-de-açúcar/ Nutrient losses by erosion and spatial distribution in area cultivated with sugarcane

Izidorio, Ricardo; Martins Filho, Marcílio V.; Marques Júnior, José; Souza, Zigomar M. de; Pereira, Gener T.
2005-12-01

Resumo em português O presente trabalho teve como objetivo principal determinar as perdas de nutrientes por erosão em entressulcos, sulcos e global (entressulcos + sulcos, A), em área cultivada com cana-de-açúcar submetida à queima da palhada na sua pré-colheita, na Fazenda Santa Bárbara, localizada em Guariba - SP, sob um Latossolo Vermelho eutroférrico (LVef). Parcelas experimentais foram submetidas à chuva simulada com intensidade de 80 mm h-1, durante 65 minutos. Análises do se (mais) dimento erodido indicaram altas taxas de enriquecimento: 1,62 (matéria orgânica, MO); 4,30 (P); 1,17 (K); 1,33 (Ca) e 1,24 (Mg) vezes em relação ao solo original. As perdas de solo e nutrientes, em função do tipo de erosão, obedeceram à seguinte ordem: sulcos > global > entressulcos. Análises geoestatísticas indicaram que as perdas de solo (A), MO, P, K e Ca por erosão apresentaram forte grau de dependência espacial, enquanto as perdas de Mg tiveram moderado grau de dependência espacial. Mapas da distribuição dos padrões de variabilidade espacial das perdas por erosão indicaram que o cultivo de cana-de-açúcar conserva as propriedades químicas e físicas do solo na maior parte da área. Resumo em inglês The principal objective of this study was to determine the nutrient losses from interrill, rill and global erosion (interrill + rill, A) in an area cultivated with sugarcane at Santa Bárbara farm, in the region of Guariba (SP), in a Typic Haplustox, very clayey texture. The cane was burnt prior to harvest. The plots were submitted to a rainfall simulation at intensity of approximately 80 mm h-1 for about 65 minutes. Analyses of the sediment indicated much higher enrichme (mais) nt ratio: 1.62 (organic matter, OM); 4.30 (P); 1.17 (K); 1.33 (Ca) and 1.24 (Mg) times when compared with the original soil. The nutrients and the soil losses in function of the erosion type have the following order: rill > interrill > large plots. Geostatistical analyses indicated that the soil erosion (A) and OM, P, K e Ca losses have a strong spatial dependence degree, while Mg losses have a moderate spatial dependence degree. Distribution maps showing spatial patterns variability of the erosion losses indicated that sugarcane culture conserves the soil chemical and physical properties in the greatest part of the area.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Produtividade do milho relacionada com a resistência mecânica à penetração do solo sob preparo convencional/ Relationship between maize yield and soil mechanical resistance to penetration under conventional tillage

Freddi, Onã S.; Carvalho, Morel P.; Veronesi Júnior, Valdenir; Carvalho, Guilherme J.
2006-04-01

Resumo em português A resistência mecânica do solo à penetração exerce grande influência sobre o desenvolvimento vegetal, uma vez que o crescimento das raízes e a produtividade das culturas variam de forma inversamente proporcional ao seu valor. O objetivo do trabalho foi estudar a variabilidade espacial e a correlação entre a produtividade do milho (PG) e a resistência mecânica do solo à penetração (RP) de um Latossolo Vermelho sob preparo convencional, em área pertencente à (mais) Fazenda Experimental de Ensino e Pesquisa da Faculdade de Engenharia - FE/UNESP - Câmpus de Ilha Solteira. Foram definidos 133 pontos de amostragem no campo, segundo malha com espaçamento regular de 10,0 m, nos quais foram medidas a RP, a umidade gravimétrica (UG), nas camadas de 0-0,10; 0,10-0,20; 0,20-0,30 e 0,30-0,40 m, e a PG. O modelo exponencial mostrou-se adequado para descrever todos os semivariogramas experimentais construídos. A RP e a UG apresentaram moderada dependência espacial, com alcance variando entre 20,2 e 63,0 m. A PG apresentou forte dependência espacial com alcance de 15,3 m. A RP não apresentou correlação espacial com a PG. Valores de RP variando entre 0,9 e 2,0 MPa não restringiram a PG. Resumo em inglês The soil mechanical resistance to penetration shows high influence on vegetal development since the growth of the roots and the crops productivity change in the inversely proportional form with its value. The objective was to study the spatial variability and the correlation between maize yield (GP) and soil mechanical resistance to penetration (PR) of an Oxissol soil under conventional tillage, located at the Experimental Station of the Engineering College - FE/UNESP - I (mais) lha Solteira, São Paulo State, Brazil. It was defined 133 points of sampling in the field, according to a grid with regular intervals of 10.0 m, for the attainment of PR, gravimetric moisture (GM), in the layers of 0-0.10; 0.10-0.20; 0.20-0.30 and 0.30-0.40 m, and the GP. The exponential model showed adequate to describe all the adjusted experimental semivariograms. The PR and GM showed moderate spatial dependence, with range varying between 20.2 to 63.0 m. The GP presented strong spatial dependence with range of 15.3 m. There was not a spatial correlation between PR and GP. Values of PR varying between 0.9 and 2.0 MPa did not limit the GP.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Amostragem e variabilidade espacial de atributos químicos do solo em área de vegetação natural em regeneração/ Sampling and spatial variability of chemical attributes of a soil under regenerating natural vegetation

Lima, Julião Soares de Souza; Souza, Gustavo Soares de; Silva, Samuel Assis
2010-02-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivos estimar o número de subamostras de solo, considerando-se métodos de estatística clássica e geoestatística, e determinar a variabilidade espacial dos atributos de fertilidade de um Argissolo Vermelho-Amarelo, textura argilosa, em uma área de vegetação natural em processo de regeneração, no Município de Alegre, ES. Amostras de solo foram coletadas na profundidade de 0-0,20 m, nos pontos de cruzamento de uma malha com intervalos r (mais) egulares de 10 m, perfazendo um total de 64 pontos. Observouse baixo nível de fertilidade do solo. Considerando uma variação de 5% em torno da média no método da estatística clássica, necessita-se de maior número de amostras em relação à geoestatística. Todos os atributos químicos apresentaram dependência espacial de moderada a alta, com exceção da capacidade efetiva de troca catiônica (CTCe), que apresentou efeito pepita puro. O modelo de semivariograma que mais se ajustou aos dados foi o esférico. Os mapas de isolinhas permitiram visualizar a distribuição espacial diferenciada dos teores dos atributos químicos do solo. Resumo em inglês The objectives of this work was to estimate the number of soil subsamples considering the classical statistics and geostatistics and determine the spatial variability of soil fertility attributes of an Ultisol, with clay texture, in an area of regenerating natural vegetation in Alegre - ES. Soil samples were collected in a depth of 0.0-0.2 m, at the crossing points of a regular grid, comprising a total of 64 points located at 10 m-intervals. The area presented low fertili (mais) ty soil. Considering a variation of 5% around the mean in the classic statistics, it is necessary a larger number of samples in relation to geostatistics. All the chemical attributes showed moderate to high spatial dependence, except for the effective cation exchange capacity (CECe), which showed pure nugget effect. The spherical semivariogram model gave the best fit to the data. Isoline maps allowed visualizing the differentiated spatial distribution of the contents of soil chemical attributes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Variabilidade espacial de atributos químicos de um Latossolo Vermelho-Amarelo húmico cultivado com café/ Spatial variability of chemical attributes of an Oxisol under coffee cultivation

Silva, Samuel de Assis; Lima, Julião Soares de Souza; Xavier, Alexandre Cândido; Teixeira, Mauri Martins
2010-02-01

Resumo em português O objetivo do presente estudo foi analisar a variabilidade espacial de atributos químicos de um Latossolo Vermelho-Amarelo húmico. O estudo foi realizado em uma área cultivada com Coffea arabica L. variedade Catuaí. As amostras de solo foram coletadas na profundidade de 0-20 cm, distribuídas em uma malha amostral, com 50 pontos. Os atributos químicos estudados foram: P, Na e S disponíveis, Ca, Mg e Al trocáveis, pH, H + Al, SB, t, T, V, m, MO, ISNa, P-remanescente (mais) e micronutrientes (Zn, Fe, Mn, Cu e B). Os dados foram analisados por meio da análise da estatística descritiva, seguida de uma análise de componentes principais com posterior análise de agrupamento. A geoestatística foi utilizada para verificar a existência e quantificar o grau de dependência espacial dos componentes principais. O método de análise multivariada com base nos componentes principais forneceu componentes interpretáveis, sendo o primeiro relacionado com a acidez e o segundo com o teor de matéria orgânica do solo. As técnicas de análise multivariada, em associação com a geoestatística, facilitaram a avaliação da variabilidade do solo; os componentes principais 1 e 2 apresentaram dependência espacial moderada, com maior continuidade espacial observada para o componente 1, o que permitiu melhor caracterização da acidez do solo. O solo em estudo apresentou, ao longo da encosta, disponibilidade reduzida de nutrientes, considerável acidez, menores teores de matéria orgânica na porção central da área e valores elevados de Al trocável na porção superior desta. Resumo em inglês The objective of this study was to analyze the spatial variability of chemical attributes of an Oxisol. The experiment was conducted with Coffea arabica L., variety Catuai, at a depth of 0-0.2 m in a grid area totaling 50 points. The studied chemical attributes were: P, K, Ca, Mg, Na, S, Al, pH, H + Al, SB, t, T, V, m, MO, ISNa, equilibrium P and micronutrients (Zn, Fe, Mn, Cu, and B). The data were analyzed by descriptive statistical analysis, followed by principal compo (mais) nent with subsequent cluster analysis. The existence of spatial dependence was verified and the degree quantified using the principal components and geostatistics. The method of multivariate analysis based on principal components provided interpretable components; the first were correlated with acidity and the second with soil organic matter. Techniques of multivariate analysis, in combination with geostatistics, facilitated the evaluation of soil variability. The principal components 1 and 2 indicated moderate spatial dependence, with greater spatial continuity in component 1, which allowed a better characterization of soil acidity. Reduced availability of soil nutrients and considerable acidity were observed along the slope, lower levels of organic matter in the center of the area and high Al contents in the upper part.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Variabilidade espacial da agregação do solo avaliada pela geometria fractal e geoestatística/ Spatial variability of soil aggregation evaluated by fractal geometry and geostatistics

Carvalho, J. R. P.; Dechen, S. C. F.; Dufranc, G.
2004-02-01

Resumo em português Este trabalho teve por objetivo explorar a aplicabilidade da teoria de fractais no estudo da variabilidade espacial em agregação de solo. A geometria de fractais tem sido proposta como um modelo para a distribuição de tamanho de partículas. A distribuição do tamanho de agregados do solo, expressos em termos de massa, é apresentada. Os parâmetros do modelo, tais como: a dimensão fractal D, medida representativa da fragmentação do solo (quanto maior seu valor, m (mais) aior a fragmentação), e o tamanho do maior agregado R L foram definidos como ferramentas descritivas para a agregação do solo. Os agregados foram coletados em uma profundidade de 0-10 cm de um Latossolo Vermelho distrófico típico álico textura argilosa, em Angatuba, São Paulo. Uma grade regular de 100 x 100 m foi usada e a amostragem realizada em 76 pontos nos quais se determinou a distribuição de agregados por via úmida, usando água, álcool e benzeno como pré-tratamentos. Pelo exame de semivariogramas, constatou-se a ocorrência de dependência espacial. A krigagem ordinária foi usada como interpolador e mapas de contorno mostraram-se de grande utilidade na descrição da variabilidade espacial de agregação do solo. Resumo em inglês This work explored the applicability of the fractal theory for studies into space variability of soil aggregation. Fractal geometry has become a model for soil size particle distribution. The distribution of soil aggregates in terms of its mass was obtained, and model parameters such as the fractal dimension D, which is a representative measure of the soil fragmentation (the larger its value, the larger the fragmentation), and the largest aggregate size R L were defined a (mais) s descriptive tools for soil aggregation. The aggregates were collected at a depth of 0-10 cm of a Clayey Ferrasol in Angatuba, São Paulo. A regular grid of 100 x 100 m was used and samples collected from 76 points, where the aggregate distribution was determined by humid way (water, alcohol and benzene). Spatial dependence was verified by semivariogram exams. Simple kriging was used as interpolator, and contour maps were elaborated, proving to be useful tools to describe the spatial variability of soil aggregation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Distribuição espacial de Huanglongbing (Greening) em citros utilizando a geoestatística/ Spatial distribuition of Huanglongbing (Greening) on citrus using geostatistic

Leal, Renata Moreira; Barbosa, José Carlos; Costa, Marilia Gregolin; Belasque Junior, José; Yamamoto, Pedro Takao; Dragone, José
2010-09-01

Resumo em português Os objetivos do trabalho foram avaliar a distribuição espacial e a expansão da Huanglongbing (greening) em talhões de citros de uma propriedade agrícola localizada no município de Araraquara-SP, utilizando a geoestatística. Para determinar o número de plantas com greening, foram realizadas inspeções periódicas em intervalos de três meses, no período de março de 2005 a julho de 2007, contando-se, em cada talhão, o número de plantas com os sintomas caracter� (mais) �sticos da doença. Realizou-se a análise descritiva dos dados e, para verificar a distribuição espacial do greening, utilizou-se a geoestatística através do ajuste de semivariogramas e da interpolação dos dados por krigagem. A dependência espacial de plantas com greening apresentou raio de agregação de 300 a 560 m, indicando distribuição agregada da doença. Por meio dos mapas de krigagem, observou-se que o foco inicial de plantas doentes ocorreu nos limites da fazenda, com expansão do greening por toda a área. O intervalo de inspeção de três meses não foi adequado para a redução do greening na fazenda. Resumo em inglês The aim of this study was to use geostatistics to verify the spatial distribution of Huanglongbing (greening) in oranges orchards on agricultural property located in the city of Araraquara, São Paulo. To determine the number of plants with greening, periodic inspections the three months were made from March 2005 until July 2007, counting the number of plants in each stand with the characteristic symptoms of the disease. A descriptive analysis of the data was undertaken, (mais) and geostatistics were used to verify the spatial distribution of greening through the adjustment of semivariograms and interpolation of data by kriging. The spatial dependence of plants with greening formed a beam of aggregation of 300 to 560 m, indicated an aggregated distribution of disease. Diagrams of kriging showed that initial focus of plants with greening started at the border in the farm and there was an expansion of disease through the entire area. The interval of inspections the three months was not appropriate to reduce the greening in the farm.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Análise espacial da distribuição de cigarras (Quesada gigas Oliver) em povoamentos de paricá (Schizolobium amazonicum Huber ex Ducke) na região de Dom Eliseu, PA/ Analysis of the spatial distribution of buzzers (Quesada gigas Oliver) in parica stands(Schizolobium amazonicum Huber ex Ducke) in Dom Eliseu-PA

Soares, Vicente Paulo; Zaneti, Luciano Zumerle; Santos, Nerilson Terra; Leite, Helio Garcia
2008-04-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi avaliar, através da análise espacial de dados geográficos, a precisão de procedimentos de mapeamento das populações de cigarras (Quesada gigas Oliver) em povoamentos de paricá (Schizolobium amazonicum Huber ex Ducke), localizados no Município de Dom Eliseu, PA, mediante a aplicação de dois interpoladores (krigagem e inverso do quadrado da distância). Para tal, foram registradas amostras na intensidade de um ponto a cada 30 ha, onde s (mais) e realizou a contagem do número de cigarras por planta (cigarras/árvore), obedecendo à estratégia de amostragem convencionalmente usada pela empresa proprietária do reflorestamento em estudo. As análises indicaram que a intensidade amostral empregada neste trabalho não foi suficiente para permitir a detecção de forte dependência espacial do número de cigarras/árvore nas áreas estudadas. Devido a essa baixa dependência espacial, os resultados dos dois métodos de interpolação (krigagem ordinária e inverso do quadrado da distância) apresentaram-se semelhantes. Já os deste trabalho indicaram que as estratégias de amostragem utilizadas devem ser melhoradas para gerar mapas de predição mais precisos da quantidade de cigarras/árvore nos reflorestamentos de paricá. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the occurrence of buzzers (Quesada gigas Oliver) in Parica (Schizlobium amazonicum Huber ex Ducke) stands using spatial geographic data analysis, in Dom Eliseu, Para, Brazil, based on the application of two interpolators (kriging and distance square inverse).Thus, points were set up in a density of one point for every 30 hectares, with one tree sampled per point, obeying the sample strategy conventionally used by the company whi (mais) ch owns the reforestation stand under study. The analysis indicated that the sampling intensity utilized in this work was not sufficient to allow a strong spatial dependence of the number of buzzers/tree in the study area. Due to this low spatial dependence, the results of both interpolation methods (ordinary kriging and distance square inverse) were similar. The results of this work indicate that the sampling strategies must be improved to generate better and more precise buzzer/tree prediction maps for the Parica reforestation stand.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Variabilidade espacial dos parâmetros hidrodinâmicos de duas parcelas agrícolas no estado da Paraíba/ Spatial variability of hydrodynamic parameters in two agricultural plots in Paraíba state - Brazil

Souza, Eduardo Soares de; Antonino, Antonio Celso Dantas; Jaramillo, Rafael Angulo; Netto, Andre Maciel; Montenegro, Suzana Maria Gico Lima; Silva, Edvane Borges da
2008-10-01

Resumo em português O conhecimento das curvas de retenção e da condutividade hidráulica da água do solo é indispensável para a modelagem do transporte de água e de poluentes em sistemas agrícolas. Essas propriedades são afetadas por numerosas fontes de variabilidade, geralmente associadas a fatores espacial e temporal, e relacionadas com o manejo agrícola. O objetivo desse trabalho foi analisar a variabilidade espacial dos parâmetros das curvas de retenção da água (van Genuchte (mais) n) e da condutividade hidráulica (Brooks & Corey) da água do solo, obtidos com o método "Beerkan", que se baseia em ensaios de infiltração simplificados e nas informações texturais do solo. Esses parâmetros são de forma ou texturais (parâmetros de ajuste que dão forma às curvas) e de normalização ou estruturais (umidade volumétrica saturada, condutividade hidráulica saturada do solo e potencial de entrada de ar). Os ensaios de campo foram conduzidos em uma malha regular de 25 x 25 m num Neossolo Flúvico e num Latossolo Amarelo cultivados com feijão (Vigna unguiculata (L.) Walp.). Para ambos os solos, os valores dos parâmetros de forma, da umidade volumétrica saturada, dos logaritmos da condutividade hidráulica saturada e do potencial de entrada de ar apresentaram dependência espacial. Os valores da umidade volumétrica saturada e dos logaritmos do potencial de entrada de ar foram mais sensíveis à variação a pouca distância no Neossolo Flúvico do que do Latossolo Amarelo, com semivariogramas apresentando estruturas de variação com fraca dependência espacial. Resumo em inglês Knowledge on soil hydraulic properties such as water retention and hydraulic conductivity curves is indispensable for water and pollutant transport modeling of agricultural systems. This soil hydraulic properties are affected by numerous sources of variability, mostly associated with spatial, temporal, and management-related factors. The objective of this study was to analyze the spatial variability of parameters of water retention (van Genuchten) and hydraulic conductivi (mais) ty (Brooks & Corey) curves obtained with the "Beerkan" method based on simple infiltration experiments and soil texture data. These parameters are related to shape or texture (fitting parameters that shape the curves) and normalization or structure (saturated water content, saturated hydraulic conductivity and air entry potential). The field tests were carried out in a 25 x 25 m grid in a Fluvent soil and in an Oxisoil planted with beans (Vigna Unguiculata (L.) Walp.). For both soils, spatial dependence was verified in the values of parameters of shape, saturated water content, logarithms of the saturated hydraulic conductivity and air entry potential. The values of saturated water content and air entry potential were more sensitive to variation at short distances in the Fluvent than in the Oxisoil. The spatial dependence in the variograms was weak.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Variabilidade espacial da rugosidade superficial do solo medida com rugosímetros de agulhas e laser/ Spatial variability of soil surface roughness measured by pin and laser reliefmeters

BERTOLANI, FERNANDO CESAR; PAZ GONZÁLEZ, ANTONIO; LADO LIÑARES, MARCOS; VIDAL VÁZQUEZ, EVA; VIVAS MIRANDA, JOSÉ GARCÍA
2000-01-01

Resumo em português A variabilidade espacial da rugosidade superficial do solo foi estudada a partir de uma grade de dados pontuais medidos com instrumentos de diferentes graus de precisão. Para a medição da rugosidade utilizou-se um rugosímetro laser, em condições de laboratório, sendo as leituras realizadas antes e após a aplicação de diferentes quantidades de chuva (0 mm, 10 mm, 55 mm, 85 mm). Nas condições de campo (pastagem e superfície arada) utilizou-se um rugosimetro de (mais) agulhas, e as leituras foram realizadas em quatro datas distintas. Verificou-se alta dependência espacial para a rugosidade superficial, com os dados obtidos em ambos os métodos e em todos os tratamentos. Os parâmetros dos semivariogramas obtidos com os dados do rugosímetro de agulhas apresentaram grandes variações nas diferentes datas, devido à forma de distribuição e ao tamanho dos agregados. Isso indica a dificuldade de encontrar um modelo tridimensional, representativo do microrrelevo, em condições de campo. Verificou-se grande semelhança em todos os semivariogramas obtidos a partir dos dados do rugosímetro laser (superfície simulada) indicando que, apesar das alterações na rugosidade superficial, não foram observadas modificações no comportamento da dependência espacial com a aplicação de diferentes quantidades de chuva. Resumo em inglês The spatial variability of the soil surface roughness was analysed by instruments of different precision degrees in a grid of data points. For measuring the roughness it was used a laser reliefmeter before and after application of different amounts of rain (0 mm, 10 mm, 55 mm, 85 mm) in the laboratory. At field conditions (pasture and ploughed surface) a pin reliefmeter was used at four different dates. The results showed a great spatial dependence of soil surface roughne (mais) ss in both methods and for all treatments. The great variation of semivariogram parameters obtained with pin reliefmeter data for all different dates was due to the distribution and size of soil aggregates. This indicates how difficult it is to obtain a representative tridimensional microrelief model at field conditions. All other semivariograms obtained with laser reliefmeter data (simulated surface) were similar among themselves, indicating that despite the alterations in the soil surface roughness, the spatial dependence pattern did not change with different amounts of rain.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Análise da distribuição espacial da gravidez adolescente no Município de Belo Horizonte - MG/ Analysis of the spatial distribution of adolescent pregnancy in the city of Belo Horizonte

Nogueira, Maria José; Silva, Bráulio Figueiredo Alves da; Barcelos, Samuel Moizés; Schall, Virgínia Torres
2009-09-01

Resumo em português O georreferenciamento dos eventos de saúde ganha relevância na análise e avaliação de riscos à saúde coletiva, na medida em que incorpora variáveis relacionadas com o meio ambiente e com o perfil socioeconômico da população. Partindo da premissa de que a maternidade precoce não acontece de forma aleatória no interior da sociedade, buscou-se identificar a dependência espacial da gravidez na adolescência com aspectos socioeconômicos e de vulnerabilidade soci (mais) al. Assumindo a existência de uma dependência espacial entre esses fatores, foram utilizadas ferramentas do Exploratory Spatial Data Analysis, isto é, técnicas para descrever e visualizar distribuições espaciais, identificar situações atípicas, descobrir padrões de associação espacial, agrupamento de valores semelhantes (clusters) e sugerir regimes espaciais ou outras formas de heterogeneidade espacial. Destaca-se a correlação, estatisticamente significativa, entre vulnerabilidade social e taxa de nascidos vivos para mulheres com idade entre 12 e 19 anos e entre 20 e 29 anos. Constatou-se a presença de conglomerados com altas proporções de mães adolescentes em associação com as piores condições socioeconômicas e uma menor proporção de mães adolescentes em setores de melhores condições. Tal estudo poderá subsidiar a organização e o planejamento das ações e estratégias na área da saúde sexual e reprodutiva para o público jovem e adolescente, sobretudo em regiões de elevada vulnerabilidade econômica e social. Resumo em inglês Georeferencing of health data gains relevance as the analysis and assessments of risks to public health incorporate variables related to the environment and to the socioeconomic profile of the population. Early motherhood does not occur at random within the society. This study aims to identify the spatial dependence of adolescent pregnancy within socioeconomic aspects and social vulnerability. Presuming the existence of a spatial dependence between these facets, the prese (mais) nt work used the Exploratory Spatial Data Analysis. This tool is a collection of techniques which describes and visualizes spatial distributions; identifies atypical circumstances; discovers patterns of spatial association; makes clusters of similar values; and suggests spatial schemes or other forms of spatial heterogeneity. One of the results highlighted is the statistically significant correlation between social vulnerability and the rate of live births for women between 12-19 and 20-29 years of age. The study identified: (a) the presence of clusters with high proportions of teenage mothers associated with poorer socioeconomic conditions; and (b) a decrease in the proportion of teenage mothers in areas of better conditions, in which the highest number of births occurred in the 20-29 years and above 30 age groups. This study may help the organization and planning of actions and strategies in the area of sexual and reproductive health for young and adolescent audiences.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Análise da distribuição espacial da gravidez adolescente no Município de Belo Horizonte - MG/ Analysis of the spatial distribution of adolescent pregnancy in the city of Belo Horizonte

Nogueira, Maria José; Silva, Bráulio Figueiredo Alves da; Barcelos, Samuel Moizés; Schall, Virgínia Torres
2009-09-01

Resumo em português O georreferenciamento dos eventos de saúde ganha relevância na análise e avaliação de riscos à saúde coletiva, na medida em que incorpora variáveis relacionadas com o meio ambiente e com o perfil socioeconômico da população. Partindo da premissa de que a maternidade precoce não acontece de forma aleatória no interior da sociedade, buscou-se identificar a dependência espacial da gravidez na adolescência com aspectos socioeconômicos e de vulnerabilidade soci (mais) al. Assumindo a existência de uma dependência espacial entre esses fatores, foram utilizadas ferramentas do Exploratory Spatial Data Analysis, isto é, técnicas para descrever e visualizar distribuições espaciais, identificar situações atípicas, descobrir padrões de associação espacial, agrupamento de valores semelhantes (clusters) e sugerir regimes espaciais ou outras formas de heterogeneidade espacial. Destaca-se a correlação, estatisticamente significativa, entre vulnerabilidade social e taxa de nascidos vivos para mulheres com idade entre 12 e 19 anos e entre 20 e 29 anos. Constatou-se a presença de conglomerados com altas proporções de mães adolescentes em associação com as piores condições socioeconômicas e uma menor proporção de mães adolescentes em setores de melhores condições. Tal estudo poderá subsidiar a organização e o planejamento das ações e estratégias na área da saúde sexual e reprodutiva para o público jovem e adolescente, sobretudo em regiões de elevada vulnerabilidade econômica e social. Resumo em inglês Georeferencing of health data gains relevance as the analysis and assessments of risks to public health incorporate variables related to the environment and to the socioeconomic profile of the population. Early motherhood does not occur at random within the society. This study aims to identify the spatial dependence of adolescent pregnancy within socioeconomic aspects and social vulnerability. Presuming the existence of a spatial dependence between these facets, the prese (mais) nt work used the Exploratory Spatial Data Analysis. This tool is a collection of techniques which describes and visualizes spatial distributions; identifies atypical circumstances; discovers patterns of spatial association; makes clusters of similar values; and suggests spatial schemes or other forms of spatial heterogeneity. One of the results highlighted is the statistically significant correlation between social vulnerability and the rate of live births for women between 12-19 and 20-29 years of age. The study identified: (a) the presence of clusters with high proportions of teenage mothers associated with poorer socioeconomic conditions; and (b) a decrease in the proportion of teenage mothers in areas of better conditions, in which the highest number of births occurred in the 20-29 years and above 30 age groups. This study may help the organization and planning of actions and strategies in the area of sexual and reproductive health for young and adolescent audiences.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Aplicação de adubo e corretivo após o corte da cana-planta utilizando técnicas geoestatísticas/ Fertilizer and limestone applications after the harvest of sugarcane as determined by geostatistics techniques

Campos, Milton César Costa; Marques Júnior, José; Pereira, Gener Tadeu; Souza, Zigomar Menezes de; Barbieri, Diogo Mazza
2008-08-01

Resumo em português O conhecimento da variação espacial de atributos do solo pode contribuir para o planejamento e a otimização na condução de experimentos e de lavouras comerciais, objetivando a agricultura de precisão. O objetivo deste trabalho foi avaliar a necessidade de fertilizante e calcário para implantação da agricultura de precisão, com base no comportamento espacial de atributos químicos de um Latossolo após o corte da cana-planta. Os dados foram avaliados pela estat� (mais) �stica descritiva e análise da dependência espacial, com base no ajuste de semivariogramas. As técnicas de geoestatísticas apresentam-se como ferramentas auxiliares na aplicação de fertilizantes por meio de taxa variada, detectando, para a área em estudo, que não se recomenda a aplicação de fósforo e calagem por taxa variada. Resumo em inglês Knowing the spatial variation of soil properties can contribute for planning and optimization of experiments and commercial crops based on precision agriculture. The objective of this research was to evaluate the necessity of fertilizer and limestone applications for the implantation of precision agriculture techniques based on the spatial behavior of chemical attributes of one Latosol after the harvest of the sugarcane. The data were evaluated by means of descriptive sta (mais) tistics and spatial dependence analysis with the adjustment of semivariograms. The geostatistics techniques applied were found to be suitable as auxiliary tools in the fertilizer application by means of variable rates. It was detected that phosphorus and limestone applications were not necessary according to the variable rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Variabilidade espacial de atributos físicos do solo em diferentes formas do relevo sob cultivo de cana-de-açúcar/ Spatial variability of physical attributes of the soil in different landscape forms under sugarcane

Souza, Z. M.; Marques Júnior, J.; Pereira, G. T.
2004-12-01

Resumo em português A utilização intensiva de máquinas e implementos agrícolas no nordeste do estado de São Paulo tem contribuído para aumentar as áreas com problemas de compactação, provavelmente pela ausência de um cronograma de trabalho bem definido ou de modelos capazes de estimar a capacidade de suporte do solo. O trabalho foi desenvolvido em Guariba (SP), com o objetivo de avaliar a variabilidade espacial da resistência à penetração do solo, umidade e densidade do solo em (mais) um Latossolo Vermelho eutroférrico sob cultivo de cana-de-açúcar. Os solos foram amostrados nos pontos de cruzamento de uma malha, com intervalos regulares de 10 m, perfazendo um total de 100 pontos, nas profundidades de 0,0-0,2 e 0,2-0,4 m. O coeficiente de variação indicou baixa variabilidade para umidade e densidade do solo nas duas profundidades e alta para resistência à penetração do solo. Observou-se um grau forte de dependência espacial para todas variáveis, exceto para densidade do solo na profundidade de 0,2-0,4 m que apresentou grau moderado de dependência espacial. Os altos valores para a resistência à penetração e densidade do solo, principalmente na profundidade de 0,2-0,4 m, indicaram compactação nesta camada. Pequenas variações nas formas do relevo condicionam variabilidade diferenciada nos atributos físicos dos solos. Resumo em inglês The intensive use of machines and agricultural equipments in the northeastearn São Paulo State has contributed to increase the areas with compaction problems, probably due to the absence of a well-defined operation chronogram or of models capable of predicting the soil support capacity. This study was conducted in Guariba (SP), with the objective of evaluating the spatial variability of the penetration resistance, soil moisture, and bulk density of a Oxisol (rhodic Eutru (mais) stox) under sugar-cane cultivation. The soils were sampled at the crossing points of a grid with regular 10 m intervals at depths of 0.0-0.2 m and 0.2-0.4 m. The coefficient of variation indicated low variability for soil moisture and bulk density of the soil at the depths 0.0-0.2 m and 0.2-0.4 m and a high variability for penetration resistance. Strong spatial dependence was observed for all variables, except for bulk density in the 0.2-0.4 m layer, which presented moderate spatial dependence. The high values observed for soil penetration resistance and bulk density, mainly in the 0.2-0.4 m layer indicates compaction in this layer. Small variations in the landscape forms can define different spatial variability for the soil physical attributes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Variabilidade espacial de parâmetros de crescimento da mamoneira e de atributos físico-químicos em Neossolo/ Spatial variability of growth parameters of castor bean crop and of physico-chemical attributes in Fluvisol

Silva, Júlio J. N.; Montenegro, Abelardo A. A.; Silva, Ênio F. F.; Fontes Júnior, Robertson V. P.; Silva, Ana P. N.
2010-09-01

Resumo em português Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a variabilidade espacial das variáveis de crescimento da cultura da mamoneira e sua relação com os atributos físicos e químicos em Neossolo flúvico, no Agreste de Pernambuco. Utilizou-se a cultivar BRS 188 - Paraguaçu que, segundo a literatura, se adequa às condições locais. O cultivo experimental foi conduzido na Fazenda Nossa Senhora do Rosário, Pesqueira, PE, em regime de sequeiro. Técnicas estatísticas e geoestatí (mais) sticas foram utilizadas a fim de se observar o grau de dependência e a variabilidade espacial dos atributos de solo, granulometria, condutividade elétrica do extrato de saturação (CEes) e teor de sódio (Na), bem como as variáveis de crescimento da cultura, diâmetro caulinar e altura das plantas. Todas as variáveis se ajustaram a uma distribuição Normal, com exceção do diâmetro caulinar aos 200 dias após a semeadura, e apresentaram de médio a baixo grau de dependência espacial. Dentre as variáveis estudadas apenas a CEes apresentou Efeito Pepita Puro (EPP), ajustando-se as demais, a modelos teóricos de semivariogramas experimentais. Os mapas de isolinhas produzidos permitiram observar regiões mais heterogêneas, principalmente nas áreas mais arenosas onde se verificou maior crescimento das plantas e nas quais um manejo localizado da área deve ser desenvolvido. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate the potential of the castor bean crop in a Fluvisol of Pernambuco "Agreste". The research was conducted at the Nossa Senhora do Rosário Farm, Pesqueira-PE. The BRS 188 - Paraguaçu castor bean was cultivated, which, according to the literature, is suitable for the local conditions. The experiment was conducted under rainfed condition. Classical statistics and geostatistics techniques were applied to observe the degree of dependency f (mais) or the attributes and the spatial variability of soil texture, electrical conductivity of saturation extract (CEes) and sodium (Na) content, as well as the crop stem diameter and height of the plants. All parameters adjusted to a Normal distribution, except stem diameter, at 200 days after sowing, showing a medium to low degree of spatial dependence. Among the studied variables only CEes showed pure nugget effect, adjusting the others to theoretical models of semivariograms. The produced contour maps allowed the observation of more heterogeneous areas, mainly in the most sandy area where better crop growth was verified and where a local management strategy must be developed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Variabilidade espacial das frações granulométricas e da salinidade em um Neossolo Flúvico do semi-árido/ Spatial variability of texture and salinity in a Fluvic Neossol of the semi-arid

Souza, Edivan Rodrigues de; Montenegro, Abelardo Antônio de Assunção; Montenegro, Suzana Maria Gico Lima; Santos, Thaís Emanuelle Monteiro dos; Andrade, Tafnes da Silva; Pedrosa, Elvira Régis
2008-06-01

Resumo em português A análise dos atributos físicos e da salinidade de solos em áreas irrigadas é de extrema importância para elaboração e implantação de propostas de manejo. Com o objetivo de avaliar a dependência espacial das frações granulométricas e da condutividade elétrica do extrato de saturação, foi desenvolvido um estudo em área aluvial irrigada no semi-árido de Pernambuco, em que se adotou uma malha regular de 5 x 5m, correspondendo a um total de 98 pontos amostra (mais) is, e foram coletadas amostras de solo na profundidade de 0-20cm. As variáveis foram submetidas à análise estatística clássica, seguida de análise geoestatística. A variabilidade dos dados foi classificada como média para todas as variáveis estudadas, com coeficientes de variação respectivamente de 26,08; 14,81; 16,01 e 28,00% para areia, argila, silte e condutividade elétrica do extrato de saturação. A dependência espacial foi considerada alta para as frações granulométricas e moderada para a condutividade elétrica, com alcances de 56, 50, 55 e 35m, respectivamente. A condutividade elétrica está fortemente correlacionada espacialmente com o teor de silte, apresentando alcance de 52m para o semivariograma cruzado. Os resultados ressaltam a importância da fração silte na distribuição espacial da salinidade, bem como na relevância para o manejo racional do solo estudado. Resumo em inglês Analysis of the physical attributes and salinity of soils is important for proposing management strategies in irrigated areas. The objective of this study was to evaluate the spatial dependence of the granulometric fractions and electric conductivity of the saturation extract in an area irrigated in the semi-arid of Pernambuco State. A 5 x 5m regular mesh was adopted, with 98 sampling points collected at depth 0-20cm. The variables have been analysed through statistics an (mais) d geoestatistics. The variation coefficients of the saturation extract were 26.08; 14.81; 16.01 and 28.00% for sand, clay, silt and electrical conductivity of the saturation extract, respectively. The spatial dependence was identified as high for the granulometric fractions and as moderate for the electric conductivity, with ranges of 56; 50 and 55 and 35m, respectively. The electric conductivity has a strong spatial correlation with silt content, presenting range of 52m, for the cross semivariogram. The results highlight the importance of the silt fraction in the spatial distribution of salinity in loam soils, and its relevance for adequate management of these soils.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Variabilidade espacial de propriedades de Latossolo e da produção de café em diferentes superfícies geomórficas/ Spatial variability of Latosol properties in different geomorphic surfaces of coffee cultivation

Sanchez, Rodrigo B.; Marques Júnior, José; Pereira, Gener T.; Souza, Zigomar M. de
2005-12-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar a variabilidade espacial de propriedades do solo e produção de café em diferentes Superfícies Geomórficas (SG) na região do Alto Paranaíba, MG, instalaram-se duas malhas de 200 x 850 m com intervalos regulares de 50 m, com 68 pontos amostrais cada uma, sob cultivo de café. As amostras de solo foram coletadas na profundidade de 0-0,20 m, nos pontos de intercessão dessas malhas. A produção de café foi avaliada em duas colheitas de grão (mais) s em coco das plantas mais próximas da intercessão de linhas das malhas. Calcularam-se as estatísticas descritivas e realizou-se a análise geoestatística de propriedades do solo e produção da cultura de café. As propriedades químicas e granulométricas de solos intensamente manejados, possuem dependência do relevo, mesmo de pequena expressão. A produção de café apresentou dependência espacial em ambas as superfícies e maior variabilidade na SG II. Os limites entre as superfícies geomórficas podem representar limites de locais específicos de manejo. Resumo em inglês With the objective to evaluate the spatial variability of the soil properties and coffee production in different geomorphic surfaces (GS) in the region of the high Paranaíba, MG, two regular grids of 200 x 850 m with intervals of 50 m were installed with 68 sampling points under coffee crop. The soil samples were collected at 0-0.20 m depth at the intersection points of these grids. The coffee production was evaluated in plants closer to the intersection of the grid poin (mais) t. Descriptive statistics and geostatistics analysis of the soil properties and production of coffee crop were performed. The chemical and textural properties of soil intensely managed possess dependence of the relief, even for small expression. The coffee production presented spatial dependence in both surfaces and largest variability in GS II. The limits between the geomorphic surfaces can represent limits of specific places of management.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Análise espacial da mortalidade neonatal precoce no Município do Rio de Janeiro, 1995-1996/ Spatial analysis of early neonatal mortality in the municipality of Rio de Janeiro, 1995-1996

Andrade, Carla Lourenço Tavares de; Szwarcwald, Célia Landmann
2001-10-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi estabelecer a distribuição espacial da mortalidade neonatal precoce (0-3 dias) no Município do Rio de Janeiro de 1995 a 1996, visando identificar os fatores mais explicativos das variações espaciais. Considerando os bairros como unidade ecológica de análise, foram analisados indicadores relativos às condições sócio-econômicas e às características das mães dos recém-nascidos por bairro de residência. A análise estatística es (mais) pacial dos dados foi realizada utilizando as técnicas de Cliff & Ord, apropriadas para "dados de áreas". Por meio do mapa temático da mortalidade de 0-3 dias, observou-se nitidamente a presença de dois aglomerados de taxas elevadas. A dependência espacial foi igualmente constatada pelos resultados da análise estatística. As variáveis que melhor explicaram os aglomerados espaciais foram: "proporção de mães adolescentes", "proporção de pessoas residentes em favelas em 1996" e "proporção de chefes com rendimento até um salário mínimo". A metodologia de estatística espacial permitiu maior compreensão da distribuição geográfica da mortalidade neonatal precoce, e deu margem a outros tipos de investigações, que poderão subsidiar os programas preventivos e contribuir ao declínio da mortalidade infantil. Resumo em inglês The objective of this study was to establish the spatial distribution of the early neonatal mortality rate (0-3 days) in the municipality of Rio de Janeiro for 1995-1996, identifying the best explanatory factors for spatial variations. By considering Rio de Janeiro's 153 neighborhoods as ecological units of analysis, socioeconomic and maternal indicators were analyzed according to place of residence. Spatial statistical analysis was performed using the Cliff & Ord methodo (mais) logy, appropriate for lattice data. From the 0-3 day mortality thematic map, we clearly identified two clusters of high early neonatal mortality rates. Spatial dependence was also confirmed by the statistical results of the spatial analysis. The variables that explain the clusters are the proportions of "adolescent mothers", "slum-dwellers", and "heads of households below the poverty level". Spatial statistics provided a better understanding of the geographic distribution of early neonatal mortality and suggested potential hypotheses for further investigation, which could support preventive programs and contribute to a decrease in infant mortality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Análise espacial da mortalidade neonatal precoce no Município do Rio de Janeiro, 1995-1996/ Spatial analysis of early neonatal mortality in the municipality of Rio de Janeiro, 1995-1996

Andrade, Carla Lourenço Tavares de; Szwarcwald, Célia Landmann
2001-10-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi estabelecer a distribuição espacial da mortalidade neonatal precoce (0-3 dias) no Município do Rio de Janeiro de 1995 a 1996, visando identificar os fatores mais explicativos das variações espaciais. Considerando os bairros como unidade ecológica de análise, foram analisados indicadores relativos às condições sócio-econômicas e às características das mães dos recém-nascidos por bairro de residência. A análise estatística es (mais) pacial dos dados foi realizada utilizando as técnicas de Cliff & Ord, apropriadas para "dados de áreas". Por meio do mapa temático da mortalidade de 0-3 dias, observou-se nitidamente a presença de dois aglomerados de taxas elevadas. A dependência espacial foi igualmente constatada pelos resultados da análise estatística. As variáveis que melhor explicaram os aglomerados espaciais foram: "proporção de mães adolescentes", "proporção de pessoas residentes em favelas em 1996" e "proporção de chefes com rendimento até um salário mínimo". A metodologia de estatística espacial permitiu maior compreensão da distribuição geográfica da mortalidade neonatal precoce, e deu margem a outros tipos de investigações, que poderão subsidiar os programas preventivos e contribuir ao declínio da mortalidade infantil. Resumo em inglês The objective of this study was to establish the spatial distribution of the early neonatal mortality rate (0-3 days) in the municipality of Rio de Janeiro for 1995-1996, identifying the best explanatory factors for spatial variations. By considering Rio de Janeiro's 153 neighborhoods as ecological units of analysis, socioeconomic and maternal indicators were analyzed according to place of residence. Spatial statistical analysis was performed using the Cliff & Ord methodo (mais) logy, appropriate for lattice data. From the 0-3 day mortality thematic map, we clearly identified two clusters of high early neonatal mortality rates. Spatial dependence was also confirmed by the statistical results of the spatial analysis. The variables that explain the clusters are the proportions of "adolescent mothers", "slum-dwellers", and "heads of households below the poverty level". Spatial statistics provided a better understanding of the geographic distribution of early neonatal mortality and suggested potential hypotheses for further investigation, which could support preventive programs and contribute to a decrease in infant mortality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Indicadores sócio-demográficos e a epidemia de dengue em 2002 no Estado do Rio de Janeiro, Brasil/ Socio-demographic factors and the dengue fever epidemic in 2002 in the State of Rio de Janeiro, Brazil

Teixeira, Tatiana Rodrigues de Araujo; Medronho, Roberto de Andrade
2008-09-01

Resumo em português Este estudo analisou a epidemia de dengue em 2002 e o contexto sócio-demográfico do Estado do Rio de Janeiro, Brasil, por meio de técnicas de análise espacial e de modelagem estatística. Calculou-se a taxa de incidência, segundo casos de dengue notificados e residentes no estado em 2002. Foram avaliadas associações entre tal incidência e variáveis sócio-demográficas, e a autocorrelação espacial usando-se o Índice Global de Moran, o qual revelou dependência (mais) espacial tanto para a variável desfecho quanto para as independentes. Foi utilizado o modelo de regressão linear multivariada. As variáveis: proporção de população urbana, percentual de população com água canalizada e percentual de cobertura de Programa Saúde da Família (PSF), explicaram 30,2% da variabilidade total das taxas de incidência para essa epidemia. Os resíduos não revelaram autocorrelação espacial. As associações encontradas se deram na direção esperada e tais achados são corroborados por outros estudos, que encontraram maiores incidências de dengue em localidades caracterizadas pela crescente urbanização e por déficit na rede de canalização e abastecimento de água, e que também evidenciaram o PSF como importante facilitador das estratégias de controle do vetor. Resumo em inglês This study analyzed the dengue fever epidemic in 2002 and the socio-demographic context of the State of Rio de Janeiro, Brazil, using spatial analysis and statistical modeling. The incidence rate was calculated for resident dengue cases in the State in 2002. The study analyzed associations between incidence and socio-demographic variables and spatial autocorrelation using the Moran Global Index, which showed spatial dependence for both the outcome and the independent vari (mais) ables. A multivariate linear regression model was used. The variables' proportion of urban population, percentage of the population with running water, and percentage of coverage by the Family Health Program (FHP) explained 30.2% of the total variance in the epidemic's incidence rate. The model's residuals did not show spatial autocorrelation. The associations were in the expected direction, and the findings are corroborated by other studies that showed higher dengue incidence in areas characterized by growing urbanization and deficient running water and water supply, while highlighting the FHP as an important facilitator of vector control strategies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Indicadores sócio-demográficos e a epidemia de dengue em 2002 no Estado do Rio de Janeiro, Brasil/ Socio-demographic factors and the dengue fever epidemic in 2002 in the State of Rio de Janeiro, Brazil

Teixeira, Tatiana Rodrigues de Araujo; Medronho, Roberto de Andrade
2008-09-01

Resumo em português Este estudo analisou a epidemia de dengue em 2002 e o contexto sócio-demográfico do Estado do Rio de Janeiro, Brasil, por meio de técnicas de análise espacial e de modelagem estatística. Calculou-se a taxa de incidência, segundo casos de dengue notificados e residentes no estado em 2002. Foram avaliadas associações entre tal incidência e variáveis sócio-demográficas, e a autocorrelação espacial usando-se o Índice Global de Moran, o qual revelou dependência (mais) espacial tanto para a variável desfecho quanto para as independentes. Foi utilizado o modelo de regressão linear multivariada. As variáveis: proporção de população urbana, percentual de população com água canalizada e percentual de cobertura de Programa Saúde da Família (PSF), explicaram 30,2% da variabilidade total das taxas de incidência para essa epidemia. Os resíduos não revelaram autocorrelação espacial. As associações encontradas se deram na direção esperada e tais achados são corroborados por outros estudos, que encontraram maiores incidências de dengue em localidades caracterizadas pela crescente urbanização e por déficit na rede de canalização e abastecimento de água, e que também evidenciaram o PSF como importante facilitador das estratégias de controle do vetor. Resumo em inglês This study analyzed the dengue fever epidemic in 2002 and the socio-demographic context of the State of Rio de Janeiro, Brazil, using spatial analysis and statistical modeling. The incidence rate was calculated for resident dengue cases in the State in 2002. The study analyzed associations between incidence and socio-demographic variables and spatial autocorrelation using the Moran Global Index, which showed spatial dependence for both the outcome and the independent vari (mais) ables. A multivariate linear regression model was used. The variables' proportion of urban population, percentage of the population with running water, and percentage of coverage by the Family Health Program (FHP) explained 30.2% of the total variance in the epidemic's incidence rate. The model's residuals did not show spatial autocorrelation. The associations were in the expected direction, and the findings are corroborated by other studies that showed higher dengue incidence in areas characterized by growing urbanization and deficient running water and water supply, while highlighting the FHP as an important facilitator of vector control strategies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Variabilidade espacial de atributos físicos de um argissolo vermelho-amarelo cultivado com leguminosas consorciada com a seringueira/ Spatial variability of soil physical attributes on an alfisol cultivated with leguminous crops under rubber trees

Vieira, Sidney Rosa; Brancalião, Sandro Roberto; Grego, Célia Regina; Martins, Antonio Lúcio Mello
2010-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a distribuição espacial de alguns atributos físicos do solo e verificar suas alterações no desenvolvimento da seringueira consorciada com leguminosas. O experimento foi instalado em Argissolo Vermelho-Amarelo no Polo Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios do Centro-Norte, localizado em Pindorama (SP). Foram avaliadas: infiltração de água a 0,10 e a 0,20 m de profundidade, macro e micro porosidade e densidad (mais) e do solo nas camadas 0-0,10; 0,10-0,20; 0,20-0,40 e 0,40-0,60 m. O desenvolvimento das plantas de seringueira foi avaliado medindo-se o perímetro do caule e o aumento desta medida no período de quatro anos (1996-1999). Os dados foram submetidos à análise de estatística descritiva para verificação de parâmetros de tendência central e dispersão. Foram utilizados métodos geoestatísticos incluindo semivariogramas, krigagem e mapas de isolinhas para a avaliação da variabilidade espacial. Houve dependência espacial de moderada a forte para todos os atributos do solo, com o valor do alcance variando entre 15 e 90 m. A dependência espacial anotada para infiltração de água no solo não teve relação com as avaliações efetuadas nas plantas nem com os outros atributos avaliados. Os altos valores de densidade do solo e de microporosidade na camada de 0,20-0,40 m indicaram a ocorrência de compactação nesta camada. O perímetro do caule de seringueira aumentou linearmente com o tempo, porém a taxa de crescimento do perímetro do caule decresceu ao longo dos anos. A taxa média de crescimento do perímetro do caule variou em função do crescimento menor no inverno quando comparado com o do verão. Na distribuição espacial do espessamento do caule das árvores de seringueira ao longo do tempo houve alta continuidade, avaliada pelos baixos valores do efeito pepita dos semivariogramas e estreita correlação com densidade do solo, onde locais menos densos tiveram os maiores valores para o perímetro do caule da seringueira. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate the spatial variability of some soil physical attributes and its effects on the development of rubber trees cultivated with leguminous cover crops. The experiment was conducted at Pólo Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios do Centro Norte, located in Pindorama, SP, Brazil, on a Typic Kandiudalf. Saturated infiltration rate was evaluated at 0.10 and 0.20cm depth while macro and micro porosity and bulk density were (mais) evaluated at 0-0.10, 0.10-0.20, 0.20-0.40 and 0.40-0.60 m layer. Rubber tree plant development was evaluated for four years (1996-1999) through plant stem perimeters and its increase with time. Descriptive statistics was used to calculate and analyze the dispersion and central limit parameters. Geostatistics was used to evaluate the spatial dependence through semivariograms, to perform interpolation using kriging and to construct contour maps for georeferenced data. Spatial dependence was found for all soil physical properties with the range of spatial dependence varying between 15 and 90m. Saturated infiltration rate showed spatial dependence with no relation with plant development evaluations or with any other soil physical attributes. High values for bulk density and micro porosity at 0.20-0.40 m indicate soil compaction at this layer. The plant stem perimeter increased linearly with time while the rate of increase in perimeter decreased with time. The mean increase in plant perimeter was smaller for the winter as compared with the summer measurements. The spatial distribution for rubber tree growth as a function of time presented high continuity as measured by the low nugget effect values and it showed close relation with bulk density values, as the regions with low bulk density showed large values for rubber tree stem perimeter.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Variabilidade espacial do pH, teores de matéria orgânica e micronutrientes em profundidades de amostragem num Latossolo Vermelho sob semeadura direta/ Space variability of the pH values, contents of organic matter and micronutrients in samplings depth in a Acrustox under no-till system

Zanão Júnior, Luiz Antônio; Lana, Regina Maria Quintão; Guimarães, Ednaldo Carvalho
2007-08-01

Resumo em português A variabilidade espacial dos índices de fertilidade do solo aumenta com a semeadura direta, constatando-se diferenças nos teores de nutrientes de uma camada superficial do solo em relação à outra logo abaixo. Disto, resulta a necessidade de definir novos procedimentos de amostragem para contemplar essas alterações. Com o objetivo de avaliar a variabilidade espacial do pH em água, teores de matéria orgânica e os micronutrientes boro (B), cobre (Cu), ferro (Fe), m (mais) anganês (Mn) e zinco (Zn), desenvolveu-se este trabalho num Latossolo Vermelho distrófico, textura muito argilosa, cultivado desde 1995 sob semeadura direta, em Uberlândia - MG. A coleta das amostras do solo foi realizada em intervalos regulares de 50m, em malha regular de 121 pontos, em três profundidades (0-10cm, 10-20cm e 0-20cm). Os dados foram avaliados por estatística descritiva e geoestatística, com base no ajuste de semivariogramas. Maiores teores de matéria orgânica, Mn e Zn foram verificados nos primeiros 10cm do solo, enquanto que, para Fe, os maiores teores ocorreram na camada de 10-20cm. As maiores variabilidades horizontais foram encontradas para B e as menores para pH em água. Para os atributos que apresentaram dependência espacial, esta foi classificada como moderada ou forte. A maioria dos dados se ajustou ao semivariograma de modelo exponencial, seguido do esférico e do linear. Apenas a variável zinco, na profundidade de 0-20cm, não apresentou dependência espacial. Os resultados obtidos devem ser considerados na definição de planos de amostragem do solo e no manejo da adubação da área em questão, através da análise do alcance e das variabilidades horizontal e vertical dos atributos químicos estudados. Resumo em inglês The space variability of the indexes of fertility of the soil increases with the no-till system, being verified differences in the nutrients contents of a superficial layer of the soil in relation to the other lower layer. Therefore, it requires the definition of new sampling procedures to contemplate those alterations. The study was aimed at evaluating the spatial variability of the pH, organic matter and micronutrients (B, Cu, Fe, Mn and Zn) in a Acrustox loamy texture, (mais) cultivated since 1995 under no till system. The soil was sampled in regular intervals of 50m, in regular mesh of 121 points, in three depths (0-10cm, 10-20cm and 0-20cm). The data evaluated by descriptive statistics and geostatistics, based on semivariograms adjustment. Larger contents of organic matter, Mn and Zn were verified in the first 10cm of the soil, whereas contrary behaviors were observed for Fe. The highest variabilities were found for B and the lowest for pH in water. For the attributes that presented spatial dependence, this was classified as moderate or strong. Most of the data was adjusted to the semivariograms of exponential model, folloed by the spherical model. Only the variable zinc, in the depth of 0-20cm, did not present spatial dependence. The results obtained results should be considered in the definition of plans of soil sampling and management fertilization of the studied area by the analysis of range and horizontal and vertical variability of the chemical attributes evaluated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Variabilidade espacial de variáveis geobiofísicas nas nascentes da bacia hidrográfica do Ribeirão Santa Cruz/ Spatial variability of geobiophysical variables in the springs of the Ribeirão Santa Cruz watershed

Alves, Marcelo de C.; Botelho, Soraya A.; Pinto, Lilian V. A.; Pozza, Edson A.; Oliveira, Marcelo S. de; Ferreira, Elizabeth; Andrade, Hélcio
2008-10-01

Resumo em português Objetivou-se, em Lavras, MG, caracterizar a estrutura e a magnitude de dependência espacial de variáveis ambientais nas nascentes da bacia hidrográfica do Ribeirão Santa Cruz, por métodos de interpolação geoestatística. Os métodos de interpolação por krigagem ordinária e inverso da potência da distância (IPD) foram utilizados para representar altitude, vazão, áreas de recarga e de vegetação de 175 nascentes perenes em 86,99 km² de área. Observou-se melhor desempenho da estimação por krigagem quando comparado ao método IPD. Resumo em inglês The objective of this study was to characterize the structure and the spatial dependence magnitude of geobiophysical variables in the springs of the Ribeirão Santa Cruz stream watershed, Lavras, MG, using geostatistical interpolation methods. Ordinary kriging system and inverse power distance (IPD) interpolation methods were used to map the altitude, flow, areas of recharge and vegetation of 175 perennial springs in an area of 86.99 km². Better peformance was observed with estimation using the kriging method as compared to the IPD method.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

ANÁLISE ESPACIAL DE ATRIBUTOS QUÍMICOS DO SOLO E DA PRODUÇÃO DA CUTURA PIMENTA-DO-REINO (PIPER NIGRUM, L.)/ SPATIAL ANALYSIS OF CHEMICAL ATTRIBUTES OF THE SOIL AND PRODUCTIVITY IN THE BLACK PEPPER CROP (PIPER NIGRUM, L.)

Soares de Souza Lima, Julião; Batista de Oliveira, Rone; da Rocha, Wadson; Oliveira, Paulo César; Zancanella Quartezani, Waylson
2010-08-01

Resumo em português O conhecimento de determinados atributos do solo associado à resposta de produção de pimenta-do-reino pode possibilitar a aplicação racional, localizada e individualizada dos insumos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade espacial dos atributos químicos e da produção de pimenta-do-reino. Os atributos químicos do solo foram amostrados na projeção da copa da cultura e na profundidade de 0-0,20 m, com distância entre as linhas de 2,50 m e de 4,0 m (mais) entre amostras na linha de plantio, totalizando 76 pontos amostrais. Em cada ponto, foram determinados os atributos P, K, Ca, Mg, H+Al e acidez ativa (pH). Com base nessas análises, determinou-se a soma de cátions básicos (SB), capacidade de troca catiônica (CTC) e saturação por cátions básicos (V). Os atributos pH, P, K, Al, H+Al e produção apresentaram estrutura de dependência espacial, o que permitiu o seu mapeamento com a utilização de técnicas geoestatísticas. Os atributos químicos apresentaram valores baixos de alcance, com exceção da variável fósforo, evidenciando a baixa continuidade espacial do solo sob pimenta-do-reino. A grande amplitude de variação dos atributos químicos justifica a aplicação diferenciada e localizada de fertilizantes na lavoura Resumo em inglês The knowledge of determined attributes of the soil associated to the reply of productivity of the black pepper can make the application rational, located and individualized of the farm input. This work was carried out to evaluate the spatial variability of the chemical attributes and productivity in the black pepper. The soil chemical attributes were collected from under the projection of the plant canopy’s to the depth of 0- 0,20 m , with distance among lines of 2, (mais) 5 m and 4,0 m among feet in the planting line, totaling 76 points. In each point were determinate the attributes P, K, Ca, Mg, H+Al and activates acidity (pH). With base in those analyses, the sum of basic cations (SB), capacity of cationic change (CTC) and basic saturation (V) were calculated. The attributes pH, P, K, Al, H+Al and production presented a spatial dependence structure, allowing their mapping by geostatistics techniques. Chemical attributes presented low range values, exception the P attribute, evidencing the low soil continuity spatial under the black pepper crop. The wide variation range of chemical attributes shows the necessity of individualized points of fertilizer application for black pepper cropping

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Geoestatística no estudo de modelagem temporal da precipitação/ Geostatistics in the temporal modeling study of precipitation

Almeida, André Q. de; Ribeiro, Aristides; Paiva, Yhasmin G.; Rascon, Nilton Jr. L.; Lima, Evaldo P.
2011-04-01

Resumo em português A análise geoestatística é uma poderosa ferramenta utilizada em estudos de dependência espacial. No que tange à dependência temporal, poucas são as análises realizadas com essa metodologia. Neste trabalho foi utilizada a técnica de geoestatística para ajustar um modelo de série temporal de precipitação, cujo poder é avaliado em predizer valores futuros. O estudo foi realizado na Bacia do Rio Itapemirim em uma série de precipitação mensal de 1940 a 2006. O (mais) modelo geoestatístico foi comparado com um modelo de séries temporais de Box e Jenkins. O modelo geoestatístico ajustado foi aquele com 96 vizinhos utilizados na previsão e erro relativo absoluto médio de 80,46. A metodologia de geoestatistica apresentou melhores resultados na estimação da precipitação mensal, em relação ao modelo SARIMA (2,1,1)(0,1,1)12. Resumo em inglês Geostatistics analysis is a powerful tool which has been used in studies of spatial dependence. With respect to the temporal dependence, few analysis are performed with this kind of methodology. In this study, the geostatistics technique was used to adjust a model to a series of temporal values of precipitation and its performance to predict data was also evaluated. The study was carried out at the Rio Itapemirim Basin in a series of monthly precipitation from 1940 to 200 (mais) 6. The adjusted model was compared to the Box and Jenkins model. The best geostatistics model adjusted was the one which used with 96 neighbors in the prediction and mean relative absolute error of 80.46. Geostatistics methodology showed better results for estimating the monthly precipitation in relation to the SARIMA model (2,1,1)(0,1,1)12.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Distribuição espacial da taxa de mortalidade infantil e principais determinantes no Ceará, Brasil, no período 2000-2002/ Spatial distribution of the infant mortality rate and its principal determinants in the State of Ceará, Brazil, 2000-2002

Bezerra Filho, José Gomes; Kerr, Lígia Regina Franco Sansigolo; Miná, Daniel de Lima; Barreto, Maurício Lima
2007-05-01

Resumo em português A distribuição geográfica dos agravos à saúde e sua relação com potenciais fatores de risco vêm abrindo um vasto campo para a investigação epidemiológica. O presente estudo visa a identificar padrões de distribuição espacial dos componentes neonatal (TMIN) e pós-neonatal (TMIP) da taxa de mortalidade infantil (TMI) dos municípios do Ceará, Brasil, e discute os principais fatores sócio-econômicos, demográficos e de atenção à saúde que contribuíram (mais) para dependência espacial destes componentes. Trata-se de um estudo ecológico transversal, utilizando regressão linear múltipla, cuja análise espacial desses componentes foi obtida através do índice de Moran. Conclui-se que as condições de assistência à gravidez, ao parto e ao recém-nascido somadas a uma melhor distribuição de renda são decisivas para a sobrevivência no primeiro mês de vida, enquanto que a má alimentação, imunização, saneamento, educação e situação econômica são possíveis determinantes da mortalidade pós-neonatal. Reconhece-se a importância que as ações de atenção seletiva à saúde exercem para o declínio da TMI. No entanto, mudanças estruturais e intersetoriais são as que irão gerar a sustentabilidade necessária para levar esse indicador ao nível dos países desenvolvidos. Resumo em inglês The geographic distribution of health problems and its relationship to potential risk factors has opened a vast field for epidemiological research. The present study aims to identify spatial distribution patterns for the neonatal and post-neonatal components of the infant mortality rate (IMR) in Ceará State, Brazil, and discuss the main socioeconomic, demographic, and healthcare factors contributing to the spatial dependence of these components. This cross-sectional ecol (mais) ogical study uses multiple linear regression, in which spatial analysis of the components was obtained through the Moran index. Prenatal, childbirth, and neonatal care as well as improved income distribution are decisive for survival in the first month of life, while other factors related to nutrition, immunization, sanitation, education, and economic status are possible determinants of post-neonatal mortality. Selective healthcare measures are known to play a decisive role in decreasing the IMR. However, structural and inter-sector changes generate the sustainability needed to maintain this indicator on the same level as in developed countries.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Distribuição espacial da taxa de mortalidade infantil e principais determinantes no Ceará, Brasil, no período 2000-2002/ Spatial distribution of the infant mortality rate and its principal determinants in the State of Ceará, Brazil, 2000-2002

Bezerra Filho, José Gomes; Kerr, Lígia Regina Franco Sansigolo; Miná, Daniel de Lima; Barreto, Maurício Lima
2007-05-01

Resumo em português A distribuição geográfica dos agravos à saúde e sua relação com potenciais fatores de risco vêm abrindo um vasto campo para a investigação epidemiológica. O presente estudo visa a identificar padrões de distribuição espacial dos componentes neonatal (TMIN) e pós-neonatal (TMIP) da taxa de mortalidade infantil (TMI) dos municípios do Ceará, Brasil, e discute os principais fatores sócio-econômicos, demográficos e de atenção à saúde que contribuíram (mais) para dependência espacial destes componentes. Trata-se de um estudo ecológico transversal, utilizando regressão linear múltipla, cuja análise espacial desses componentes foi obtida através do índice de Moran. Conclui-se que as condições de assistência à gravidez, ao parto e ao recém-nascido somadas a uma melhor distribuição de renda são decisivas para a sobrevivência no primeiro mês de vida, enquanto que a má alimentação, imunização, saneamento, educação e situação econômica são possíveis determinantes da mortalidade pós-neonatal. Reconhece-se a importância que as ações de atenção seletiva à saúde exercem para o declínio da TMI. No entanto, mudanças estruturais e intersetoriais são as que irão gerar a sustentabilidade necessária para levar esse indicador ao nível dos países desenvolvidos. Resumo em inglês The geographic distribution of health problems and its relationship to potential risk factors has opened a vast field for epidemiological research. The present study aims to identify spatial distribution patterns for the neonatal and post-neonatal components of the infant mortality rate (IMR) in Ceará State, Brazil, and discuss the main socioeconomic, demographic, and healthcare factors contributing to the spatial dependence of these components. This cross-sectional ecol (mais) ogical study uses multiple linear regression, in which spatial analysis of the components was obtained through the Moran index. Prenatal, childbirth, and neonatal care as well as improved income distribution are decisive for survival in the first month of life, while other factors related to nutrition, immunization, sanitation, education, and economic status are possible determinants of post-neonatal mortality. Selective healthcare measures are known to play a decisive role in decreasing the IMR. However, structural and inter-sector changes generate the sustainability needed to maintain this indicator on the same level as in developed countries.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Análise da variabilidade espacial de pontos amostrais da curva de retenção da água no solo/ Spatial variability analysis of sampling points of the soil water retention curve

Cichota, R.; Jong van Lier, Q. de
2004-08-01

Resumo em português A determinação da curva de retenção da água no solo é parte fundamental da caracterização das propriedades hidráulicas do solo. Apesar de ser estudada há bastante tempo, ainda não são bem descritas várias particularidades referentes à variabilidade espacial das curvas, bem como a variabilidade geral de seus pontos experimentais. O conhecimento da variabilidade permite um planejamento adequado de experimentos, com menor esforço de amostragem. Objetivou-se ex (mais) plorar procedimentos de análise de pontos amostrais da curva de retenção da água no solo, visando melhor descrever sua variabilidade espacial. Este trabalho utilizou amostras indeformadas de solo coletadas em uma transeção, com três repetições a cada 2 m, em cinco profundidades, tendo sido submetida cada amostra a sete diferentes tensões; o valor da umidade de saturação foi estimado pelas densidades do solo e dos sólidos. Foram efetuadas análises descritivas e exploratórias, com determinação de dados discrepantes, encontrando-se para a maioria dos dados distribuição normal. A desconsideração de dados discrepantes aumentou a normalidade. A análise geoestatística revelou dependência espacial e em algumas tensões com estruturas de dependência em duas escalas. Uma análise de concordância das curvas de acordo com a distância revelou diferenças significativas entre as repetições de cada ponto em comparação com seus vizinhos, porém não foi significativa a diminuição da concordância com o aumento da distância. Resumo em inglês The determination of the soil water retention curve is a fundamental part of the characterization of soil hydraulic properties. Although soil water retention has been studied for a long time, many details on spatial variability of curves and experimental values are not well known. Knowing on this variability allows a better planning of experiments leading to simplification of sampling. The aim of the study was to explore the procedures for the analysis of the soil water r (mais) etention curve in order to have a better description of their spatial variability. An experiment was conducted with undisturbed soil samples from a straight line transect using three replicates at every 2 m, from five depths. Each soil sample was submitted to 7 different tensions. The saturated soil water content was estimated based on bulk and particle density. Descriptive and exploratory analyses were carried out and it was found that the majority of data presented a normal distribution. The elimination of outliers improved normality without leading to a high data loss. Geostatistic analysis showed spatial dependency and at some tensions dependency structures occurred in two scales. An agreement analysis of curves as a function of distance showed significant differences among replicates at each location compared to their neighbors, though the decrease of agreement with distance was not significant.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Recomendação de calagem a taxa variada sob diferentes intensidades de amostragem/ Recommendation of liming at variable rates under different sampling intensities

Ragagnin, Vilmar A.; Sena Júnior, Darly G. de; Silveira Neto, Américo N. da
2010-01-01

Resumo em português Objetivou-se, com este trabalho, estudar a variabilidade e a dependência espacial de variáveis de solo e o efeito sobre a recomendação de corretivo de três intensidades simuladas de amostragem. Em uma área de 725,9 ha coletaram-se 154 amostras compostas a uma distância de aproximadamente 225 m em uma malha regular. Dentro da faixa de dependência espacial foram eliminadas amostras e criados dois outros conjuntos de dados, com 76 e 38 amostras cada um. Realizou-se a (mais) nálise geoestatística das variáveis capacidade de troca catiônica e saturação por bases. Após a interpolação por krigagem das variáveis se elaboraram os mapas de recomendação de calcário para os três conjuntos de dados. Em relação ao método convencional de recomendação não houve, pela média, redução na necessidade de calcário. Verificaram-se, então, diferenças na recomendação com as três intensidades de amostragem especialmente na distribuição espacial das doses; entretanto, mesmo considerando correta a recomendação com maior número de amostras, pela redução de custos e diferença considerada aceitável entre as recomendações, é viável a utilização da menor intensidade de amostragem. Resumo em inglês The aim of this work was to study the variability and spatial dependence of soil properties and their effects on lime recommendation with three simulated sampling intensities. In an area of 725.9 ha, 154 samples were collected at a distance of 225 m in a regular grid. Samples were discarded within the spatial dependence range and two other data sets were created, with 76 and 38 samples each. Geostatistical analyses were performed for the variables, cation exchange capacit (mais) y and sum of bases. After kriging interpolation of the variables lime recommendation maps were elaborated for the three data sets. In comparison with the traditional recommendation method, on average, there was no reduction on lime requirement. Differences among the three recommendation rates were noted, specially on spatial distribution of doses. On the other hand, assuming as correct recommendation with higher number of samples, the use of a lower intensity sampling strategy is viable due to the cost reduction and acceptable difference among recommendations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Avaliação de imóveis: a importância dos vizinhos no caso de Recife

Dantas, Rubens Alves; Magalhães, André Matos; Vergolino, José Raimundo de Oliveira
2007-06-01

Resumo em português Tradicionalmente, na avaliação de imóveis, admite-se que as observações são independentes entre si. Contudo, dados associados à posição que ocupam no espaço são caracterizados pela dependência espacial. Seguindo a literatura internacional recente, este trabalho reconhece a importância da questão espacial e mostra como se pode diagnosticar e incorporar os efeitos espaciais na especificação de modelos hedônicos, ao mesmo tempo em que analisa o mercado imobi (mais) liário da cidade do Recife. Para realização dos testes empíricos e estimação dos modelos espaciais, são utilizados dados do Censo Demográfico do IBGE (2000) e de habitações financiadas pela Caixa Econômica Federal. Os resultados indicam que a consideração da questão espacial, com base em distâncias a pólos de influência, não é capaz de explicar completamente as variações dos preços em relação à localização da habitação, uma vez que existe uma verdadeira interação entre os dados, de forma que cada edifício funciona com um micropólo de influência sobre os seus vizinhos. Isso significa dizer que as negociações de compra dos apartamentos não ocorrem de forma independente, como considerado nos modelos tradicionalmente estimados, mas que existe uma verdadeira interação entre estes preços, de forma que uma negociação de um apartamento por um preço elevado tenderá a elevar os preços dos imóveis vizinhos. A solução para estimação segura da equação de preços hedônicos, na presença de efeitos espaciais, deve ser feita com base na econometria espacial, levando em consideração todas as interações espaciais possíveis entre os dados e servindo como uma proxy para variáveis locacionais não consideradas explicitamente no modelo. Resumo em inglês Traditionally, in the assessment of real state values it is assumed that the observations are independent. However, data associated with the position that they occupy in the space are characterized by the spatial dependence. Following the recent international literature, this paper recognizes the importance of the space and shows how it can be incorporated in the specification of hedonic model at the same time it analyzes the real state market of the city of Recife. The d (mais) ata for the empirical test are derived from the IBGE Demographic Census (2000) and from the Caixa Econômica Federal database. The results indicate that considering space with base in distances to influence poles is not enough to completely explain the price variations in relation to the location, once there is a true interaction among the data, so that each building influences its neighbors' price. This means that, contrary to the traditional models hypothesis, the apartment transactions do not occur in an independent fashion. The solution for this problem is to estimate the model using the spatial econometric tools and taking into consideration all possible spatial interactions in the data.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Variabilidade espacial de propriedades físicas e químicas de um Cambissolo sob dois sistemas de manejo de cana-de-açúcar/ Spatial variability of chemical and physical properties of an inceptisol in two contrasting management systems of sugarcane

Berner, Paulo Guilherme Mello; Vieira, Sidney Rosa; Lima, Eduardo; Anjos, Lúcia Helena Cunha dos
2007-10-01

Resumo em português A prática da queima da palha da cana-de-açúcar antes da colheita tem sido objeto de intensas discussões tanto quanto a possíveis alterações de propriedades dos solos onde é cultivada como com respeito à emissão de gases nocivos à atmosfera. O objetivo deste estudo foi avaliar variações em propriedades físicas e químicas de duas áreas de Cambissolos cultivadas com cana-de-açúcar: uma submetida a cultivo contínuo com aração e gradagem e outra onde a lav (mais) oura se encontrava na qüinquagésima soca sem que nenhuma forma mecânica de mobilização do solo tivesse sido aplicada. As áreas em estudo estão localizadas na região norte do Estado do Rio de Janeiro, no município de Campos dos Goytacazes. Foram coletadas amostras de solo em uma área total de 4.422 m², num reticulado de sete linhas e sete colunas, com espaçamento constante de 9,5 m entre linhas e colunas. Dessa forma, formaram-se 49 células, em cujo centro foram localizados os pontos de amostragem. Foram utilizados semivariogramas para avaliar a estrutura da variância e caracterizar a dependência espacial das propriedades do solo em cada área. Verificaram-se diferenças quanto a granulometria do material de origem dos dois solos, uma vez que os semivariogramas apontaram correlações distintas para cada área. Ainda, o sistema de manejo tendeu a afetar as características relacionadas à porosidade do solo, principalmente na faixa de 0 a 0,20 m de profundidade. Quanto aos elementos Ca, Mg e K, os resultados da área com cultivo contínuo apresentaram menor correlação espacial. Já o tratamento sem cultivo, mesmo não recebendo adubação, apresentou níveis nutricionais próximos ou superiores aos do tratamento cultivo contínuo. Conclui-se que o comportamento espacial das frações granulométricas, diferentes nas duas áreas, aliado à diferença de médias desses atributos, indicou que os solos parecem ter material de origem de granulometrias diferentes; que o cultivo contínuo aumentou a continuidade da variabilidade espacial de atributos relacionados à porosidade e alterou também a correlação espacial para os elementos Ca, Mg e K. Resumo em inglês The commom practice of burning the sugar cane plant straw before harvesting has been the subject of very intensive discussions related to the possible changes on soil properties as well as the emission of gases in the atmosphere. The objective of this study was to evaluate variations in soil physical and chemical properties of two areas of Cambisols (Inceptisols) cultivated with sugarcane, on of which area was submitted to continuous cultivation and the other was in its 5 (mais) 0th cycle of production with no mechanical form of soil mobilization. The studied areas are located in the region North of Rio de Janeiro State, municipality of Campos dos Goytacazes, A total area of 4,422 m² was sampled, using a grid of 7 lines and 7 columns with 9.5 m of constant space between them. Thus, 49 cells were formed in which center the sample points were located. Semivariograms were used to evaluate variance structure and to characterize the spatial dependence of soil properties in each area. The semivariograms for particle size components of the soils indicated differences related to parent material, since they showed distinct correlation for each area. Moreover the management system affects the characteristics related to soil porosity, mainly at the 0 to 20 cm depth. For Ca, Mg and K, the continuous cultivated area showed variability with lower spatial correlation than the other system. On the other hand, the area without mechanical cultivation, even without any fertilization, showed an amount of nutrient higher or near that of the continuous cultivation treatment. In can be concluded that: the spatial behavior of the particle size distribution fractions, different in the two fields, on top of having different average values, indicated that the soils may have parent material with different particle size fractions; that the continuous cultivation increased the continuity of the spatial variability of soil porosity attributes; and that continuous cultivation also changed the spatial correlation for Ca, Mg and K.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Correlação linear e espacial entre o rendimento de grãos do feijoeiro e a resistência mecânica à penetração em um Latossolo Vermelho distrófico/ Spatial and linear correlation of common bean grain yield with the mechanical penetration resistance in a Dystrophic Red Latosol

Santos, Paulo Afonso dos; Carvalho, Morel de Passos e; Freddi, Onã da Silva; Kitamura, Aline Emy; Freitag, Elisa Eni; Vanzela, Luis Sérgio
2005-04-01

Resumo em português A resistência mecânica à penetração apresentada pelo solo exerce grande influência sobre o desenvolvimento vegetal, uma vez que o crescimento das raízes, assim como o rendimento das culturas, varia de forma inversamente proporcional ao seu valor. No ano agrícola de 2001/2002, na Fazenda Experimental de Ensino e Pesquisa da Faculdade de Engenharia/UNESP - Campus de Ilha Solteira, foram analisados o rendimento de grãos do feijoeiro (PG) e a resistência mecânica � (mais) � penetração (R), de um Latossolo Vermelho distrófico. O objetivo foi apurar diretrizes relacionadas com o aumento da produtividade agrícola em questão, estudando a correlação linear e a espacial entre a PG e a R. Foi instalada uma rede geoestatística para a coleta dos dados do solo e da planta, estabelecida com espaçamentos de 5 x 5 m e 2,5 x 2,5 m, que continham 120 pontos amostrais distribuídos numa área de 1.875 m². A correlação linear entre a PG e a R foi praticamente nula, uma vez que, dependendo das profundidades estudadas do solo, apresentou coeficientes de correlação (r) menores do que 0,20. A análise geoestatística apresentou boa estrutura de dependência espacial, tanto para a PG quanto para a R, quando analisadas isoladamente. Entretanto, a análise espacial conjunta de tais atributos apresentou-se inconsistente. Assim, com o aumento da resistência mecânica à penetração, em determinada região do solo ocorreu ora aumento, ora diminuição do rendimento de grãos do feijoeiro. Resumo em inglês The mechanical penetration resistance of a soil strongly influences plant development since the root growth as well as the crop yield change inversely proportional to its value. The bean grain yield (GY) and the penetration resistance (PR) in a Dystrophic Red Latosol (Rhodic Ustox) located at the Experimental Station of the Faculdade de Engenharia/UNESP in Ilha Solteira county, São Paulo State, Brazil (22 º 23 ' latitude S; 51 º 27 ' longitude W), were analyzed in the (mais) crop year 2001/2002. The main objective was to work out guidelines related to the increase of the crop yield in question by studying the spatial and linear correlation between GY and PR. A geostatistical grid to collect soil and plant data was installed in a 5 x 5 m and a 2.5 x 2.5 m spacing. One hundred and twenty sample points were arranged across an area of 1,875 m². The linear correlation between GY and PR was practically zero since it presented correlation coefficients (r) below 0.20 in function of the studied soil layers. The geostatistical analysis presented a good spatial dependence structure when analyzed for GY as well as PR. However, the joint spatial analysis of the attributes was inconsistent. Thus, with the increasing mechanical resistance to penetration in a particular soil region there was sometimes an increase and sometimes a reduction of the grain yield.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Variabilidade espacial da fertirrigação em Latossolo Vermelho Amarelo cultivado com melão/ Spatial variability of fertirrigation in a Oxissol cultivated with melon

Miranda, Neyton de O.; Oliveira, Teógenes S. de; Matos, José de A. de; Pinto, Ariana Carvalho
2006-06-01

Resumo em português Este trabalho, realizado em Mossoró, RN, investigou a variabilidade de parâmetros da fertirrigação por gotejamento, sua dependência espacial e correlação com a produtividade e qualidade de frutos de melão. Em uma malha de 20 por 20 m foram tomadas 75 amostras, para se determinar: produção de frutos tipo exportação (PEXP), mercado nacional (PNAC) e comerciável (PCOM), peso médio de frutos comerciáveis (PMCOM), teor de sólidos solúveis totais (SST), firmeza (mais) de polpa, espessura da polpa (ESPOLP), elevação, distância até a entrada de água, além da quantidade de adubo aplicada e vazão dos gotejadores com os respectivos coeficientes de uniformidade de emissão (CUE). A variabilidade foi determinada através da estatística descritiva e da geoestatística. A vazão e a quantidade de adubo aplicada no primeiro teste, foram menores que o esperado. O CUE foi bom e excelente para vazão, e regular e bom para a quantidade de adubo aplicada. A dependência espacial foi observada para vazão e quantidade de adubo aplicada, cujas isolinhas permitiram localizar-se áreas onde ocorreu déficit ou excesso. As correlações sugerem influência da vazão sobre PNAC, PCOM e PMCOM, e da quantidade de adubo sobre PEXP e ESPOLP. Resumo em inglês This study investigated the variability of drip fertirrigation parameters, its spatial dependence and relationship to yield and quality of melon fruits in a field in Mossoró, RN, Brazil. A total of 75 plots were sampled in a 20 by 20 m grid to determine the following parameters: yield of export type melon (PEXP) and national market type (PNAC), marketable yield (PCOM), mean weight of marketable fruits (PMCOM), total soluble solids content (SST), pulp firmness, pulp thick (mais) ness (ESPOLP), emitter discharge rate, elevation, distance to water inlet, amount of fertilizer applied, and emission uniformity (CUE) of discharge rate and fertilizer amount. The variability was assessed by conventional statistics methods and by geostatistics. Fertilizer amount applied in the first test and emitter discharge rate were lower than expected. Emission uniformity was good and excellent for discharge rate, and fair and good for fertilizer amount. Spatial dependence was observed for discharge rate and fertilizer amount, and the maps generated allowed the identification of spots in the field with application deficit or excess application. Correlation analysis suggests influence of discharge rate on PNAC, PCOM and PMCOM, and of fertilizer amount on PEXP and pulp thickness.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Variabilidade espacial de atributos mineralógicos de um latossolo sob diferentes formas do relevo: I - mineralogia da fração argila/ Spatial variability of mineralogical attributes of an oxisol under different relief forms: I - clay fraction mineralogy

Camargo, Livia Arantes; Marques Júnior, José; Pereira, Gener Tadeu; Horvat, Renata Alves
2008-12-01

Resumo em português A distribuição dos minerais da fração argila depende de condições pedoambientais específicas. O estudo das relações entre atributos desses minerais e locais específicos de sua ocorrência na paisagem torna-se importante para o entendimento das relações entre a mineralogia e os demais atributos do solo. Este trabalho teve como objetivo avaliar os atributos cristalográficos, as razões Gt/(Gt+Hm) e Ct/(Ct+Gb) dos minerais da fração argila (hematita, goethita, (mais) caulinita e gibbsita) e o padrão de distribuição espacial destes em um Latossolo Vermelho eutroférrico sob cultivo de cana-de-açúcar há mais de 30 anos, com colheita no sistema cana crua. As amostras de solo foram coletadas nos pontos de cruzamento de uma malha, georreferenciados, com intervalos regulares de 10 m, e dimensão de 100 x 100 m, na profundidade de 0,2-0,4 m, totalizando 119 pontos, em uma área de 1 ha. As amostras de solos foram analisadas quimicamente. Posteriormente, a fração argila foi submetida à difração de raios X. Foram feitas as análises estatísticas e geoestatísticas dos atributos cristalográficos dos minerais analisados. Mapas de krigagem foram realizados para a visualização da variabilidade espacial dos atributos. Todos os atributos estudados apresentaram dependência espacial, e os atributos mineralógicos apresentaram-se relacionados com variações das formas do relevo. A gibbsita apresentou o maior diâmetro médio do cristal (DMC) entre os minerais da fração argila estudados, e a goethita foi o mineral que apresentou a maior variação do DMC e da largura à meia altura. Os maiores valores do DMC da goethita, hematita e gibbsita foram encontrados no compartimento II, caracterizado por uma área côncavo-convexa. Resumo em inglês The distribution of the clay fraction minerals depends on specific soil-environmental conditions. The study of the relationship between properties of these minerals and specific sites of landscape occurrence is important to understand the relationship between the mineralogy and other soil attributes. This study aimed to evaluate the degree of cristallinity of goethite, hematite, kaolinite and gibbsite and the spatial pattern in an Oxisol under sugar cane for 30 years. In (mais) a grid with regular 10 m - intervals, 119 samples were collected at a depth of 0.2-0.4 m. The crystallographic attributes of the minerals were analyzed statistically and geostatistically. Kriging maps were drawn to visualize the spatial variability of attributes. All attributes were spatially dependent, and the mineralogical attributes were related to variations in the relief forms. The largest mean crystal diameter (MCD) among the studied clay minerals was observed for gibbsite, and the greatest variation in the MCD and full width at half maximum in the mineral goethite. The highest values of the MCD of goethite, hematite and gibbsite were found in the compartment II characterized by a concave-convex area.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Variabilidade espacial de atributos do solo e de fatores de erosão em diferentes pedoformas/ Spatial variability of soil attributes and of erosion factors in different landforms

Sanchez, Rodrigo Baracat; Marques Júnior, José; Souza, Zigomar Menezes De; Pereira, Gener Tadeu; Martins Filho, Marcílio Vieira
2009-01-01

Resumo em português As formas do relevo podem ser indicadores da variação dos atributos do solo, pois essa variabilidade é causada por pequenas alterações do declive que afetam os processos pedogenéticos bem como o transporte e o armazenamento de água no perfil do solo. O trabalho foi desenvolvido em Catanduva (SP), com o objetivo de caracterizar a variabilidade espacial de atributos do solo e fatores de erosão em diferentes pedoformas sob cultivo de cana-de-açúcar. De acordo com o (mais) modelo de Troeh classificou-se as formas do relevo em duas pedoformas, côncava e convexa. Com a utilização de um DGPS levantaram-se as cotas altimétricas, estabelecendo-se uma malha, com intervalos regulares de 50 m, com 270 pontos na pedoforma côncava e 353 pontos na pedoforma convexa, perfazendo um total de 623 pontos, coletados na profundidade de 0,0 - 0,2 m em uma área de 200 ha. Em cada ponto da malha foram determinados os atributos químicos do solo, granulometria, espessura do solo e fatores de erosão locais, tais como erosividade (R), erodibilidade (K), fator topográfico (LS), uso e manejo (C), práticas conservacionistas (P), potencial natural de erosão (PNE), perda de solo (A) e risco de erosão (RE). Os dados foram avaliados primeiramente por uma análise estatística exploratória, calculando-se a média, mediana, variância, coeficiente de variação, coeficiente de assimetria, coeficiente de curtose e teste de normalidade. Posteriormente, a dependência espacial foi verificada por meio da técnica de geoestatística utilizando-se semivariogramas. As maiores perdas de solo, risco de erosão e potencial natural de erosão e menor espessura do solo ocorreram na pedoforma convexa, indicando forte dependência espacial com a forma do relevo. A pedoforma côncava proporcionou maior variabilidade espacial, demonstrando que a forma do relevo condiciona padrões diferenciados de variabilidade. A magnitude da variabilidade dos atributos do solo é mais influenciada pela forma do relevo que pela erosão. A espessura do horizonte A+E integrado com a forma do relevo é um indicador de processos erosivos para classe de Argissolos. Resumo em inglês Relief forms can be used as indicators of variability of soil attributes since this variability is caused by small slope alterations that affect pedogenetic processes such as the transport and storage of water in the soil. This work was developed at Catanduva (SP) and aimed to characterize the spatial variability of soil attributes and erosion factors in different landforms where sugarcane has been cropped. Relief forms were characterized as concave and convex according t (mais) o the model of Troeh. Altimetric measurements were taken and a grid with regular intervals of 50 m was projected on the area. Two hundred seventy grid points were placed in the concave landform and 353 points in the convex landform, totaling 623 points. Soil was sampled at the depth of 0.0-0.2 m in an area of 200 ha. Soil chemical attributes, particle-size distribution, soil thickness and local erosion factors, such as erosivity (R), erodibility (K), relief (LS), use and management (C), conservation practices (P), natural potential of erosion (PNE), soil erosion (A) and erosion risk (RE), were measured. The results were firstly evaluated by exploratory statistical analysis, calculating average, median, variance, variation coefficient, kurtosis coefficient, skew coefficient and normality test. Subsequently, spatial dependence was verified through semivariograms. The greatest soil loss, erosion risk and natural erosion potential and minor soil thickness occurred in the convex landform, indicating strong spatial dependence on the relief form. The concave landform presented greater spatial variability, demonstrating that the relief form conditions differentiated standards of variability. The magnitude of the variability of the soil attributes is more affected by the relief forms than by erosion. The thickness of A+E horizon integrated with relief form is an indicator of erosion processes for Argissolos (argillic-B horizon soils).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

LÓGICA FUZZY NO MAPEAMENTO DE VARIÁVEIS INDICADORAS DE FERTILIDADE DO SOLO/ FUZZY LOGIC TO MAP OF VARIABLES INDICATIVE OF SOIL FERTILITY

Assis Silva, Samuel de; Soares de Souza Lima, Julião
2009-12-01

Resumo em português O objetivo desse experimento foi utilizar a lógica fuzzy no mapeamento da soma de bases (SB), capacidade de troca de cátions (CTC) e da saturação por bases (V%) em urna área cultivada com café arábica variedade catucaí, considerando a variabilidade espacial. As coletas de solo foram realizadas em urna malha com 50 pontos amostráis na projeção da copa das plantas. Os dados foram submetidos a urna análise descritiva e exploratoria. Utilizou-se um sistema de clas (mais) sificação fuzzy na integração dos valores dos atributos. Em seguida procedeu-se a análise geoestatística, para quantificar o grau de dependência espacial das possibilidades dos atributos. Com base nos atributos avaliados, a área apresenta baixa possibilidade de desenvolvimento e rendimento da cultura, urna vez que esses atributos apresentaram baixa possibilidade de disponibilidade Resumo em inglês The objective of his experiment was to use fuzzy logic to map the sum of bases (SB), cation exchange capacity (CTC) and base saturation (V%) in an area with Arabica coffee variety Catucai, considering the spatial variability . The samples of soil were held in a loop with 50 sampling points in the projection of the crown of the plants. The data were subjected to a descriptive analysis and exploratory. We used a classification system in the integration of fuzzy values of at (mais) tributes. Then preceded a geistatistic analysis to quantify the degree of dependence of the possibilities of spatial attributes. Based on the attributes evaluated, the area has low possibility of development and yield of crops, since these attributes showed a low possibility of availability

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Correlação linear e espacial entre a resistência do solo ao penetrômetro e a produtividade do feijoeiro irrigado/ Linear and spatial correlation between the soil penetration resistance and irrigated bean yield

Roque, Márcio William; Matsura, Edson Eiji; Souza, Zigomar Menezes de; Bizari, Douglas Roberto; Souza, Anderson Luiz de
2008-10-01

Resumo em português A resistência do solo ao penetrômetro exerce grande influência sobre o crescimento e desenvolvimento vegetal, uma vez que o crescimento das raízes, assim como o rendimento das culturas, varia de forma inversamente proporcional ao seu valor. Dessa forma, a análise da variabilidade espacial da resistência do solo ao penetrômetro e da produtividade, por meio da geoestatística, pode indicar alternativas de manejo para reduzir os efeitos da variabilidade do solo sobre (mais) a produtividade e também melhorar a estimativa de respostas das culturas sob determinadas práticas de manejo. Diante do exposto, o objetivo deste trabalho foi relacionar e caracterizar a variabilidade espacial da resistência do solo ao penetrômetro (RP) e a produtividade do feijoeiro irrigado em sistema de semeadura direta, em duas safras consecutivas. O experimento foi realizado em Latossolo Vermelho distroférrico típico, no campo experimental da Faculdade de Engenharia Agrícola da Unicamp, no município de Campinas-SP, cujas coordenadas geográficas são: 22 ° 48 ' 57 " de latitude sul, 47 ° 03 ' 33 " de longitude oeste e altitude média de 640 m. As avaliações foram realizadas em uma malha regular de amostragem de 3 x 3 m, totalizando 60 pontos amostrais por parcela. A análise da dependência espacial foi avaliada pela geoestatística, e os parâmetros dos semivariogramas utilizados para construir mapas de isolinhas, por meio do interpolador de krigagem do programa Surfer 8.0. A regressão linear simples entre mapas (pixel-a-pixel) mostrou correlação negativa entre os valores de RP e a produtividade; no entanto, a produtividade do feijoeiro irrigado apresentou baixa correlação com a resistência do solo ao penetrômetro em sistema semeadura direta nas duas safras. Resumo em inglês Soil penetration resistance exercises major influence on crop development, root growth and crop productivity, which is inversely proportional to that soil attribute. In this way, the analysis of spatial variability of soil penetration resistance and crop yield based on geostatistics can indicate alternative management practices, not only to reduce the effects of soil variability on crop yield, but also to improve the estimated crop response under certain management practi (mais) ces. This study aimed to correlate soil penetration resistance (RP) and spatial yield variability in irrigated no-till snapbean cultivation in two consecutive cycles. The experiment was carried out on a typical dystrophic Red Latosol (Oxisol), in an experimental field of the FEAGRI/UNICAMP, in Campinas-SP (lat 22 ° 48 ' 57 " S, long 47 ° 03 ' 33 " W, mean altitude of 640 m asl). The evaluations were performed in a regular sampling grid of 3 x 3 m, totaling 60 points per treatment. Spatial dependence was evaluated by geostatistical techniques as well as semivariogram parameters to generate isoline maps, by means of kriging interpolation, using program Surfer 8.0. The simple linear regression between maps (pixel-to-pixel) detected an inverse correlation between RP and crop yield, whereas the bean yield was loosely correlated with soil penetration resistance under irrigated no-till system in the studied growing seasons.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Uso da geoestatística na avaliação da distribuição de Mahanarva fimbriolata em cana-de-açúcar/ Use of geostatistics to evaluate Mahanarva fimbriolata spatial distribuition on sugarcane

Dinardo-Miranda, Leila Luci; Vasconcelos, Antonio Carlos Machado; Veira, Sidney Rosa; Fracasso, Juliano Vilela; Grego, Célia Rerina
2007-01-01

Resumo em português A distribuição espacial de Mahanarva fimbriolata (Stål) (Hemiptera: Cercopidae) foi estudada em campo de colheita mecanizada de cana crua, utilizando-se de geoestatística. O experimento foi desenvolvido em área de 1,5 ha, dividida em 100 parcelas de 150 m² cada uma. No sulco central de cada parcelam, foram feitos sete levantamentos populacionais entre 24/11/04 e 22/3/05, período de maior ocorrência da praga. O índice de Morisita foi maior que 1 em todas as época (mais) s de amostragem, posto que M. fimbriolata distribui-se de forma agregada na cultura e esse padrão não se alterou ao longo do tempo, nem foi influenciado pelo nível de infestação. As análises geoestatísticas dos dados permitiram construir mapas e estimar a dependência espacial das amostras somente nas amostragens efetuadas a partir de 11/1/05, por ocasião do início da segunda geração da praga. Os alcances obtidos nessas condições variaram de 33 a 53 m, revelando que seriam necessários até três pontos de amostragem por hectare para uma estimativa confiável da densidade populacional. No início do período de ocorrência da cigarrinha, não foi possível elaborar mapas pelo fato de a distância entre os pontos de amostragem ter sido grande demais para permitir a detecção de dependência espacial entre eles. Com base nisso, pode-se inferir que, nesse período, seriam necessários mais de 3 pontos por hectare para estimar a população da área. Resumo em inglês Spatial distribution of Mahanarva fimbriolata (Stål) (Hemiptera: Cercopidae) was studied in a 1,5 ha mechanically harvested green cane field, covering an area of 1.5ha, which was divided into 100 plots of 150 m² each. Seven evaluations of insect population were made between 24/11/2004 and 22/03/2005, which corresponds to the period of high infestation levels; insects were counted in the central row of each plot. The Morisita index was greater than 1 for all evaluations, (mais) indicating that the M. fimbriolata has aggregated spatial distribution and this pattern did not change over time and it was not affected by the infestation level. The geostatistical analysis allowed the construction of contour maps through kriging interpolation using the spatial dependence expressed in the semivariograms for the samplings made after 01/11/2005, when the insect was in second generation. The ranges varied from 33 to 53 m and, using this information, it was estimated that it was necessary to sample 3 points/ha to adequately estimate the insect population. At the beginning of the studied period, when the insect population was still low, it was not possible to construct population maps using kriging interpolation because the distance between sampling points was too large to detect spatial dependence. For this reason, it was concluded that for this period, more than 3 samples.ha-1 would be necessary to estimate the insect population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

Espaço urbano e a mortalidade por doença isquêmica do coração em idosos no Rio de Janeiro/ Urban space and mortality from ischemic heart disease in the elderly in Rio de Janeiro/ Espacio urbano y la mortalidad por enfermedad isquémica del corazón en adultos mayores en Rio de Janeiro

Périssé, Germana; Medronho, Roberto de Andrade; Escosteguy, Claudia Caminha
2010-04-01

Resumo em português FUNDAMENTO: As doenças cardiovasculares são a primeira causa de morte no Brasil, especialmente entre idosos. No município do Rio de Janeiro (MRJ), predomina a mortalidade por doenças isquêmicas do coração (DIC). Estudos mostram uma associação entre o processo de urbanização, as condições socioeconômicas e a mudança no estilo de vida com a ocorrência de DIC. OBJETIVO: Descrever a distribuição geográfica da taxa de mortalidade por DIC em idosos do MRJ em (mais) 2000 e sua correlação com variáveis socioeconômicas. MÉTODOS: Estudo ecológico, com análise espacial da distribuição da taxa de mortalidade por DIC em idosos que residiam no MRJ em 2000, padronizada por sexo e faixa etária, e de suas correlações com variáveis socioeconômicas do censo demográfico. RESULTADOS: Não foram observadas correlações fortes entre as variáveis socioeconômicas e a mortalidade por DIC em idosos no âmbito dos bairros. Algumas correlações encontradas, embora fracas, apontaram uma maior mortalidade associada a um melhor nível socioeconômico. Após correção da taxa de mortalidade por DIC por meio do acréscimo das causas mal definidas (CMD) de óbito, algumas associações adquiriram o sentido de piores condições socioeconômicas e maior mortalidade por DIC. Foi encontrada dependência espacial para variáveis socioeconômicas, mas não para a mortalidade por DIC. CONCLUSÃO: A dependência espacial encontrada nas variáveis socioeconômicas mostra que o espaço urbano no MRJ, embora heterogêneo, possui certa dose de discriminação no âmbito dos bairros. Algumas correlações encontradas entre DIC e variáveis socioeconômicas apresentaram sentido oposto ao da literatura, o que pode estar em parte relacionado às proporções de CMD ou ao perfil distinto nessa faixa etária. Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Las enfermedades cardiovasculares son la primera causa de muerte en Brasil, especialmente en adultos mayores. En el municipio de Rio de Janeiro (MRJ), predomina la mortalidad por enfermedades isquémicas del corazón (EIC). Estudios muestran una asociación entre el proceso de urbanización, las condiciones socioeconómicas y el cambio en el estilo de vida con la ocurrencia de EIC. OBJETIVO: Describir la distribución geográfica de la tasa de mortalidad por E (mais) IC en adultos mayores del MRJ en 2000 y su correlación con variables socioeconómicas. MÉTODOS: Estudio ecológico, con análisis espacial de la distribución de la tasa de mortalidad por EIC en adultos mayores que residían en el MRJ en el 2000, normalizada por sexo e intervalo de edades, y de sus correlaciones con variables socioeconómicas del censo demográfico. RESULTADOS: No se observaron correlaciones fuertes entre las variables socioeconómicas y la mortalidad por EIC en adultos mayores en el ámbito de los barrios. Algunas correlaciones encontradas, aunque tenues, indicaron una mayor mortalidad asociada a un mejor nivel socioeconómico. Después de la corrección de la tasa de mortalidad por EIC por medio del agregado de las causas mal definidas (CMD) de fallecimiento, algunas asociaciones adquirieron el sentido de peores condiciones socioeconómicas y mayor mortalidad por EIC. Se encontró dependencia espacial para variables socioeconómicas, pero no para a mortalidad por EIC. CONCLUSIÓN: La dependencia espacial encontrada en las variables socioeconómicas muestra que el espacio urbano en el MRJ, aunque heterogéneo, posee cierta dosis de discriminación en el ámbito de los barrios. Algunas correlaciones encontradas entre EIC y variables socioeconómicas presentaron sentido opuesto al de la bibliografía, lo que puede estar en parte relacionado a las proporciones de CMD o al perfil distinto en ese intervalo de edades. Resumo em inglês BACKGROUND: Cardiovascular diseases are the leading cause of death in Brazil, especially among the elderly. In the city of Rio de Janeiro (RJC), ischemic heart disease (IHD) is the predominant cause of mortality. Studies show an association between the process of urbanization, socioeconomic conditions and changes in lifestyle with the occurrence of IHD. OBJECTIVE: To describe the geographical distribution of the IHD mortality rates in the elderly of RJC in 2000 and its co (mais) rrelation with socioeconomic variables. METHODS: This was an ecological study with a spatial analysis of the distribution of the IHD mortality rates in the elderly residing in RJC in 2000, standardized by gender and age, and its correlation with socioeconomic variables from the demographic census. RESULTS: There were no strong correlations between the socioeconomic variables and IHD mortality in the elderly in the districts. Some correlations, albeit weak, showed an association between higher socioeconomic status and higher mortality. After correcting the IHD mortality rate by adding ill-defined causes (IDC) of death, an association between low socioeconomic status and higher mortality from IHD was observed. The study showed spatial dependence for socioeconomic variables, but not for mortality from IHD. CONCLUSION: The spatial dependence observed in economic variables shows that the urban space in MRJ, although heterogeneous, has a certain amount of discrimination in the districts. Some correlations between IHD and socioeconomic variables were opposite to those found in the literature, and this may be partly related to the proportion of IDC, or to the exclusive profile of this age group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

Variabilidade espacial de atributos de solos em unidades de manejo em área piloto de produção integrada de coco/ Soil spatial variation and properties as related to manegement units in an experimental area of integrated coconut production

Gomes, João Bosco Vasconcellos; Bolfe, Edson Luis; Curi, Nilton; Fontes, Humberto Rollemberg; Barreto, Antonio Carlos; Viana, Robson Dantas
2008-12-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi, inicialmente, acessar as variações espaciais dos solos de parcelas experimentais de produção integrada do coco por meio do mapeamento detalhado dos solos e da construção de mapas de contorno de atributos do solo. Foram feitas observações, medições e coleta de amostras em microtrincheiras e perfis de solo. O teor de argila dos solos das microtrincheiras foi avaliado a campo pela sensação ao tato. Em todas as amostras foram realiza (mais) das análises físicas e químicas. Foram determinados granulometria (perfis), Al, Ca e Mg, acidez potencial, K e Na, pH, P disponível e C orgânico. Nas amostras dos perfis, foram determinados Fe, Al, Ti, P e Si pelo ataque sulfúrico. O Fe também foi determinado na fração argila, por extração com ditionito-citrato-bicarbonato de Na. Foi realizada difração de raios X da fração argila desferrificada. A construção de semivariogramas possibilitou a classificação e a comparação dos atributos do solo por meio do grau de dependência espacial destes. A elaboração dos mapas de contorno foi realizada pelo método interpolador de krigagem. A área mapeada corresponde a um topo amplo de tabuleiros costeiros, com uma depressão fechada no seu extremo sul. Do centro da depressão para fora dela seguem, em seqüência, Cambissolo Háplico textura argilosa, Latossolo Amarelo textura média/argilosa e Latossolo Amarelo textura média. Esses Latossolos são coesos em subsuperfície. Predominam atributos com elevado grau de heterogeneidade. Os valores médios de P, K e Ca + Mg estão influenciados por correções e adubações sistemáticas realizadas na área de plantio. Todas as variáveis analisadas apresentaram dependência espacial, expressa pelos modelos de semivariogramas. A análise da relação C0/(C0 + C1) revelou um grau de dependência espacial, de todas as variáveis, de moderado a forte. Os mapas de contorno detalharam diferenças que o mapa de solos já apontava para vários atributos, influenciados pela presença da depressão no extremo sul da área. Foram estabelecidas duas unidades de manejo para a área de estudo, as quais exigem práticas de manejo de água e solo diferenciadas. Resumo em inglês The objective of this work was to access spatial variations of soils from experimental plots for integrated coconut production based on the detailed mapping of soils and the construction of contour maps of soil properties. Observations and measurements were formed and samples collected in small trenches and soil profiles. The amount of soil clay from small trenches was evaluated in the field by finger touch feeling. Physical and chemical analyses were performed in all sam (mais) ples. Particle-size-distribution (profiles), Al, Ca and Mg, potential acidity, K and Na, pH, available P and organic C were determined. In samples from profiles Fe, Al, Ti, P and Si were determined by sulphuric acid digestion. Fe was also analyzed in the clay fraction by Na dithionite-citrate-bicarbonate extraction. X ray diffraction analysis was performed in the oxide-free clay fraction. The construction of semi-variograms made the classification possible, and the soil properties were compared based on the degree of spatial dependence. Contour maps were drawn using the kriging interpolator method. The mapped area is characterized by a broad summit of low coastal tablelands, with a closed depression in the far south of the area. From the depression center outwards we find, in sequence, a clayey Haplic Cambisol (Inceptsol), clay-laom Yellow Latosol (Oxisol) and a sandy-loam Yellow Latosol. These Oxisols have cohesive subsurface horizons. Attributes with high heterogeneity degree predominate. Average values of P, K and Ca + Mg are influenced by liming and systematic fertilization of the planting area. Spatial dependence was observed for all analyzed variables, expressed by the semi-variogram models. The C0/(C0 + C1 ) ratio revealed a moderate to strong spatial dependence degree. The contour maps detailed differences for several attributes, also indicated by the soil map, as influenced by the depression in the far south. Two management units were discriminated for the study area, which require distinct water and soil management practices.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Planejamento amostral da pressão de preconsolidação de um latossolo vermelho distroférrico/ Planning the sampling for preconsolidation pressure of a red latosol

Gontijo, Ivoney; Dias Junior, Moacir de Souza; Oliveira, Marcelo Silva de; Araujo Junior, Cezar Francisco; Pires, Bruno Silva; Oliveira, Carloeme Alves de
2007-12-01

Resumo em português Atualmente, a pressão de preconsolidação (sigmap) tem sido utilizada como uma ferramenta no estudo do processo de compactação do solo. O objetivo deste trabalho foi determinar a configuração e o número adequado de amostras para determinação da sigmap em um Latossolo Vermelho distroférrico, bem como caracterizar sua variabilidade e distribuição espacial, utilizando métodos da Estatística Clássica e da Geoestatística. O estudo foi realizado em uma área exp (mais) erimental, no município de Lavras-MG, sob plantio convencional nos últimos 30 anos, no qual são realizados anualmente uma aração e duas gradagens. A área experimental possui dimensões de 32 x 160 m (5.120 m²), com 68 pontos distanciados a 10 m no eixo X e a 8 m no eixo Y, mais seis transectos, sendo quatro com pontos distanciados de 2 m e dois com pontos distanciados de 1 m, visando detectar variações a pequenas distâncias. Foram coletadas 98 amostras indeformadas na profundidade de 0-3 cm, as quais foram submetidas ao ensaio de compressão uniaxial, para obtenção das sigmap. Por meio dos parâmetros da Estatística Clássica, estabeleceu-se o número adequado de amostras para determinar a sigmap, que foi igual a 10 pontos. A maior variabilidade foi obtida para a sigmap (CV 14,8 %), e a menor, para a umidade do solo (CV 12,0 %). Ambas as variáveis apresentaram distribuição normal, com modelo esférico ajustado, e moderada estrutura de dependência espacial, com alcance de 19,5 e 90,0 m, respectivamente. Em futuras amostragens para determinação da sigmap, em condições similares às da área estudada, sugere-se dispor os pontos de coleta com intervalo igual ao alcance de dependência espacial, visando associar menor esforço de amostragem com maior representatividade da área. Apesar de a razão de dependência espacial encontrada para as variáveis estudadas ter sido moderada, seu alcance deve ser considerado no planejamento de novas amostragens. A declividade do solo influenciou indiretamente os valores de sigmap. O mapeamento da área permitiu observar zonas de maior e menor suscetibilidade à compactação, possibilitando a tomada de decisão sobre onde começar a trafegar para evitar danos à estrutura do solo. Resumo em inglês Preconsolidation pressure is currently used as a tool in the study of the soil compaction process. The purpose of this work was to determine the layout and number of samples required for the determination of the preconsolidation pressure (sigmap) in a Red Latosol, as well as to characterize its variability and spatial distribution using classical statistics and geostatistics parameters. The study was carried out in an experimental farm area, in Lavras, Minas Gerais State, (mais) Brazil, conventionally tilled in the last 30 years. The experimental area was 32 x 160 m (5.120 m²) in a regular grid. Samples were collected at 68 equally spaced points (10 x 8 m). Six transects were chosen: four transects with 4 points and two transects with 8 points were sampled to detect short distance variation. Ninety-eight undisturbed samples were collected at a depth of 0-3 cm. The samples were subjected to the uniaxial compression test to establish sigmap at field conditions. Using classical statistics parameters, the appropriate number of sampling points for sigmap determination was 10. The highest variability was obtained for sigmap (CV 14.8 %) and the lowest for water content (CV 12.0 %). In both cases, the soil parameters were normally distributed, and the semivariograms were satisfactorily described by spherical models with a moderate spatial structure, and with spatial ranges of 19.5 and 90.0 m, respectively. Under similar study conditions, intervals equal to the spatial range should be used for sigmap determination in future studies in order to reduce the sampling effort and increase representativeness. Although the ratio of the spatial dependence of the studied variables was intermediate, the spatial range must be taken into consideration when planning sampling. Field slope influenced the sigmap values directly. The constructed preconsolidation distribution map identified regions with high and low compaction susceptibility. These results will be useful to decide where machine traffic on the soil should begin as to avoid additional problems in the soil structure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Avaliação neurocognitiva no abuso e dependência do álcool: implicações para o tratamento/ Neurocognitive assessment in alcohol abuse and dependence: implications for treatment

Cunha, Paulo J; Novaes, Maria Alice
2004-05-01

Resumo em português A Neuropsicologia, aplicada ao abuso e dependência do álcool, busca a compreensão da relação entre danos cerebrais e seus efeitos na cognição e no comportamento do indivíduo. Estuda, ainda, os comprometimentos neurocognitivos dos pacientes, relacionando-os a achados estruturais e funcionais de neuroimagem (TC, RM, PET e SPECT). No uso agudo, o álcool tende a comprometer a atenção, memória, funções executivas e viso-espaciais, enquanto no uso crônico altera (mais) a memória, aprendizagem, análise e síntese viso-espacial, velocidade psicomotora, funções executivas e tomada de decisões, podendo chegar a transtornos persistentes de memória e demência alcoólica. Os déficits cognitivos encontrados nos dependentes de álcool, principalmente das funções executivas (frontais), têm implicação direta no tratamento, tanto para a escolha de estratégias a serem adotadas como para a análise do prognóstico. Ao final do artigo, é apresentado um instrumento útil e breve para rastreio de alterações cognitivas, a Bateria de Avaliação Frontal - FAB.15 Acredita-se que a Avaliação Neuropsicológica pode ser muito importante para a detecção e avaliação da progressão destas alterações e que a reabilitação cognitiva tem papel relevante na recuperação dos déficits e reinserção psicossocial destes pacientes. Resumo em inglês The aim of the Neuropsychology applied to the Alcohol Dependence field is the comprehension of the effects of brain dysfunction on cognition and human behavior. It investigates neurocognitive impairments and associates them to structural and functional neuroimaging findings (CT, MRI, PET and SPECT). Acute use of alcohol impairs attention, memory, executive functions and visuospatial skills, while chronic abuse causes neurocognitive deficits in memory, learning, visuospati (mais) al functions, psychomotor speed processing, executive functions and decision-making, and may lead to persistent amnesic disorder and alcoholic dementia. Executive Dysfunction related to frontal lobe has direct implications on treatment, by the choosing of strategies and for prognostic evaluation. It is presented an easy tool to screen cognitive impairments, the Frontal Assessment Battery - FAB.15 Neuropsychological Assessment is useful for early detection of impairments and evaluation of their evolution and Cognitive Rehabilitation has a significant role on deficits recovery and psychosocial adjustment of these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

96

Métodos de ajuste e modelos de semivariograma aplicados ao estudo da variabilidade espacial de atributos físico-hídricos do solo/ Fitting methods and semi-variogram models applied to the study of spatial variability of physical-hydric soil attributes

Gomes, Natalino Martins; Silva, Antônio Marciano da; Mello, Carlos Rogério de; Faria, Manoel Alves de; Oliveira, Polyanna Mara de
2007-06-01

Resumo em português Avaliou-se a variabilidade e a estrutura de dependência espacial de atributos físico-hídricos do solo (volume total de poros - VTP, condutividade hidráulica saturada - k0, porosidade drenável - PD e conteúdo de água volumétrico na capacidade de campo - tetacc), na bacia hidrográfica do Ribeirão Marcela, representativa do domínio dos Latossolos na Região Alto Rio Grande, ajustando-se semivariogramas do tipo esférico e exponencial pelos métodos dos Quadrados M (mais) ínimos Ponderados (QMP) e Máxima Verossimilhança (MV). As amostras para caracterização físico-hídrica foram coletadas na camada de 0 a 0,15 m de profundidade, obedecendo a grids de 240 x 240 m e 60 x 60 m, totalizando 165 pontos amostrais. Os atributos VTP e tetacc apresentaram baixa variabilidade, com coeficiente de variação (CV) de 7,54 e 10,22 %, respectivamente, sendo a variabilidade do atributo PD média, com CV de 43,2 %, e alta para k0, com CV de 88,37 %. Todos os atributos apresentaram estrutura de dependência espacial, com forte grau para os atributos VTP, k0 e tetacc, com GD de 81,82, 75,31 e 82,61 %, respectivamente, e moderada para PD, com GD na ordem de 54,88 %. Os alcances para VTP, tetacc e PD foram da ordem de 1.000,0 m, enquanto o atributo k0 mostrou alcance de 77,46 m. Verificou-se desempenho similar entre os métodos empregados, sendo ambos indicados para ajuste de semivariogramas a atributos físico-hídricos do solo. Entre os modelos de semivariograma, baseando-se na autovalidação, o esférico seria indicado para os atributos VTP, k0 e tetacc, apresentando quadrado médio do erro na ordem de 0,00161; 0,2795 e 0,00155, respectivamente; e o exponencial, para o atributo PD, com quadrado médio do erro de 0,004070. Resumo em inglês The spatial variability and spatial dependence structure of physical water soil attributes (total porosity - VTP, saturated hydraulic conductivity - k0, drainable porosity - DP and soil moisture at field capacity - thetacc) was evaluated for an Oxisol representative of Ribeirão Marcela watershed, in the Alto Rio Grande domain. Spherical and exponential semi-variograms were fitted by the weighted minimum square (WMS) and maximum likelihood (ML) methodologies. Undisturbed (mais) and disturbed physical water samples were collected from the 0-0.15 m layer for characterization, in grids of 240 x 240 m and 60 x 60 m, totaling 165 sampling points. VTP and thetacc presented low variability, with coefficients of variation (CV) of 7.54 % and 10.22 %, respectively. The mean DP variability was intermediate, with CV of 43.2 %, and was high for k0 with a CV of 88.3 %. All attributes presented spatial dependence structure, which was strong for VTP, thetacc and k0, with a dependence degree (DD), respectively, of 81.82, 75.31 and 82.61 %. The spatial dependence structure of DP was moderate with a DD of 54.66 %. The domains of VTP, thetacc and DP were around 1.000 m and for k0 it was about 77.46 m. The results of both methodologies were similar, so that both are recommendable for the fitting of semi-variograms to physical water soil attributes. Based on cross-validation, spherical semi-variograms can be indicated for VTP, thetacc and k0, with a Mean Square Error (MSE) close to 0.00161, 0.2795 and 0.00155, respectively, and the exponential model recommended for DP, with MSE of 0.004070.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

97

Avaliação espaço-temporal das armazenagens gravimétrica e volumétrica da água num Latossolo com citros/ Spatial and temporal evaluation of gravimetric and volumetric water storage in an Oxisol under citrus

Moreti, Dolorice; Libardi, Paulo Leonel; Rocha, Genelício Crusoé; Lovatti, Márcio José; Aguiar, Laura Ianello Giassetti
2007-12-01

Resumo em português A estabilidade temporal é descrita como a persistência temporal de um padrão espacial e é avaliada pela análise de correlação de medidas em datas sucessivas. Neste trabalho, foi avaliada a armazenagem de água no solo em duas transeções de 76 m cada, contendo 20 pontos em cada uma. em um Latossolo Vermelho-Amarelo argissólico cultivado com citros com 11 anos em Piracicaba/SP. A umidade do solo para determinação da armazenagem, na camada de 0,00-1,10 m, ao long (mais) o do tempo, foi obtida com uma sonda de nêutrons, calibrada para o solo em estudo, realizando leituras semanais às profundidades de 0,20, 0,40, 0,60, 0,80, 1,0 e 1,10 m. A armazenagem de água no solo foi determinada utilizando-se o método de Simpson. Os dados da armazenagem média de água no solo nos três anos de estudo mostraram que sua distribuição, ao longo do tempo, apresentou comportamento semelhante e que os coeficientes de correlação linear e de posição de Spearman foram altos entre o ano 1 e o ano 2, o ano 2 e o ano 3 e o ano 1 e o ano 3, indicando existência de estabilidade temporal e persistência temporal significativa do padrão espacial observado. Foi verificada dependência espacial moderada de 17,10 m pelo semivariograma exponencial. Pela técnica da diferença relativa, os pontos que apresentaram comportamento estável no tempo foram o ponto 29, para os anos 1 e 2, e os pontos 16, 29 e 39, para o ano 3, que podem ser usados para estimar com segurança a armazenagem média de água no solo. O ponto 29 foi o que se apresentou estável para os três anos de estudo, sendo, portanto, o mais recomendável tanto para a armazenagem gravimétrica como para a volumétrica. Resumo em inglês Temporal stability is described as the temporal persistence of a spatial pattern and is evaluated through correlation analysis of successive measurement data. In this study, the soil water storage was evaluated along two 76 m transects, each of them sampled at 20 points. The soil is an Oxisol (Yellow Red Latosol) under an 11- year-old citrus orchard, in Piracicaba-SP, Brazil. Soil water content, for the calculation of soil water storage in the layer 0.0-1.10 m, was obtain (mais) ed from weekly neutron probe readings at depths of 0.20, 0.40, 0.60, 0.80, 1.0 and 1.10 m. Soil water storage was calculated by Simpson´s method. The mean soil water storage for the three study years showed similar distribution over time. The linear correlation coefficient and Spearman rank correlation were high between year 1 and 2, year 2 and 3, and year 1 and 3, indicating temporal stability and a significant temporal persistence of the spatial pattern observed. A moderate space dependence of 17.10 m was verified for the exponential semivariogram. For the relative difference technique the following points presented stable behavior over time: point 29 for years 1 and 2, and points 16, 29 and 39 for year 3. These points can be used to estimate the mean soil water storage. Point 29 is the most recommendable for both gravimetric and volumetric soil water storage because of the stability in the three studied years.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

98

Atributos químicos e físicos de latossolos e sua relação com os rendimentos de milho e feijão irrigados/ Chemical and physical attributes of oxisols and their relation with irrigated corn and common bean yields

Amado, Telmo Jorge Carneiro; Pes, Luciano Zucuni; Lemainski, Claudio Luiz; Schenato, Ricardo Bergamo
2009-08-01

Resumo em português Em sistemas de produção agrícola que utilizam a irrigação, uma das principais causas da variabilidade dos rendimentos, a disponibilidade de água para as culturas, é controlada. Nesse caso, outros fatores limitantes ao rendimento, relacionados a atributos de solo, passam a ter sua importância aumentada. Com o objetivo de investigar a variabilidade espacial dos principais atributos químicos e do rendimento de culturas, além de determinar os atributos químicos e f (mais) ísico-hídricos do solo em diferentes zonas de rendimento, foram analisadas duas áreas comerciais irrigadas por pivô central, com 51,8 e 58,2 ha, localizadas, respectivamente, em Trindade do Sul (TS) e Palmeira das Missões (PM), no Rio Grande do Sul (RS). As amostragens para caracterização dos atributos químicos foram georreferenciadas seguindo uma malha regular de 100 x 100 m, na camada de 0-0,10 m. Já para investigar a relação entre os atributos químicos e físico-hídricos do solo com os rendimentos obtidos, dada a extensão das áreas, três zonas com distinto potencial produtivo foram estabelecidas, utilizando os mapas de rendimento disponíveis (safras de feijão-preto de 2005/2006 e safrinha de 2006 em TS, e de milho de 2002/2003 e 2003/2004 em PM), obtidos por colhedoras equipadas com sensores de rendimento. Nessas zonas, quinze pontos amostrais foram investigados em cada área nas camadas de 0-0,05, 0,05-0,10 e 0,10-0,20 m. Os atributos químicos do solo foram submetidos à análise de estatística descritiva e geoestatística. Eles apresentaram dependência espacial classificada como forte e moderada, com modelo ajustado à semivariância predominantemente esférico. O P apresentou a maior variabilidade espacial e o pH a menor. Embora manejadas sob irrigação, ambas as áreas apresentaram variabilidade espacial de rendimento. Na zona de baixo rendimento de TS, foram constatadas acidez no solo, baixa saturação de bases e menor capacidade de água disponível, e na de PM foram observadas limitações físicas representadas por compactação por meio dos indicadores densidade, resistência à penetração e macroporosidade. A ocorrência de zonas com menor rendimento das culturas irrigadas nas duas áreas foi associada a limitações químicas e físicas do solo, especialmente em subsuperfície. Resumo em inglês Under irrigated agriculture one of the main causes of yield variability, which is the plant-available water, is controlled. In this case, other yield limitations caused by soil attributes become more relevant. To investigate the spatial variability of soil attributes and crop yields, besides the relation between chemical and physical-hydric soil attributes and crop yields of two irrigated commercial plantations (51.8 and 58.2 ha) were studied in Trindade do Sul (TS) and P (mais) almeira das Missões (PM) respectively, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The soil was sampled from a regular grid of 100 x 100 m in the 0-0.10 m layer for chemical analysis. To investigate the relation between chemical and physical-hydric soil attributes and yields, due to the large area of the plantations, three soil management zones were established based on yield maps available (common bean in 2005/06 and 2006, in TS, and corn in 2002/03 and 2003/04, in PM) recorded by harvesters equipped with yield sensors. In these zones, 15 grid points were sampled in the layers 0-0.05, 0.05-0.10 and 0.10-0.20 m to analyze soil attributes. These underlying soil data, analyzed by descriptive statistics and geostatistics, classified the spatial dependence as strong and moderate, with predominance of the spherical model. Spatial variability was highest for P and lowest for pH. Although both plantations were irrigated there was spatial variability in the yields. In the low-yield zone in TS soil acidity, low base saturation and lower available soil water capacity was diagnosed, while in PM the yield constraints were associated to soil compaction, expressed in the bulk density, soil resistance and macroporosity. The low yield zones of irrigated crops, in both croplands, were linked mainly to chemical and physical limitations in the subsurface.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

99

Relações entre produtividade de Brachiaria Brizantha e atributos físicos de um latossolo do cerrado/ Relationships between yield of Brachiaria Brizantha and physical properties of a savannah oxisol

Cavallini, Maria Cecília; Andreotti, Marcelo; Oliveira, Letícia Lisbôa; Pariz, Cristiano Magalhães; Carvalho, Morel de Passos e
2010-08-01

Resumo em português Em sistema de integração lavoura-pecuária, os diversos cultivos em sistema plantio direto alteram os atributos físicos do solo, refletindo sobre a produtividade e a composição vegetal. O objetivo deste trabalho foi indicar atributos do solo com melhor correlação com a produtividade e teor de proteína da Brachiaria brizantha. Foram analisadas as correlações lineares e espaciais entre a produtividade de matéria seca (MS) e o teor de proteína bruta (PB) de Brach (mais) iaria brizantha (cv. Marandu) e de alguns atributos físicos de um Latossolo Vermelho distroférrico (Oxisol), em três profundidades (zero-0,10; 0,10-0,20; e 0,20-0,30 m). Para isso, foi instalada a malha geoestatística (entre 20 º 18 ' 05 '' S e 20 º 18 ' 28 '' S, e entre 52 º 39 ' 02 '' W e 52 º 40 ' 28 '' W) para a coleta dos dados, contendo 124 pontos amostrais, numa área de 4.000 m². A produtividade e o teor de proteína bruta de Brachiaria brizantha não variaram aleatoriamente e seguiram padrões espaciais bem definidos, com semivariogramas do tipo esférico, com alcances da dependência espacial, aproximadamente, entre 40 e 50 m. O aumento da resistência mecânica à penetração e da umidade do solo na camada superficial, no cultivo de Brachiaria brizantha, promove a redução do teor de proteína bruta e da matéria seca. A porosidade total na camada de 0,20-0,30 m, é um importante indicador da qualidade física do solo e apresenta confiabilidade para estimativa da produtividade de matéria seca de Brachiaria brizantha. Resumo em inglês Crop-livestock integration can affect soil physical properties, altering the yield and plant composition during the various no-tillage crop cycles. The objective of this study was to select the soil properties with the clearest relationship with yield and crude protein content of Brachiaria brizantha. Linear and spatial correlations were analyzed between dry matter yield and crude protein of Brachiaria brizantha and of some physical properties of a Dystroferric Red Latoso (mais) l (Oxisol), in three layers (0-0.10; 0.10-0.20; 0.20-0.30 m). A geostatistical grid was installed for data collection, containing 124 points in an area of 4,000 m² (20 º 18 ' 05 '' S - 20 º 18 ' 28 '' S and 52 º 39 ' 02 '' W - 52 º 40 ' 28 '' W). No random variation was observed for the yield and crude protein content of Brachiaria brizantha, but well-defined spatial standards with spherical semivariograms reaching a spatial dependence of approximately 40-50 m. The increase of mechanical penetration resistance and of soil moisture in the surface layer of soil under Brachiaria brizantha resulted in lower crude protein content and dry matter. Total porosity in the 0.20-0.30 m layer is an important indicator of the soil physical quality and proved reliable for estimations of the dry matter yield of Brachiaria brizantha.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

100

A contribuição da pesquisa para convergência e crescimento da renda agropecuária no Brasil

Barreto, Ricardo Candéa Sá; Almeida, Eduardo
2009-09-01

Resumo em português O setor agropecuário no Brasil passou por diversas mudanças nas últimas décadas, tanto na composição das políticas públicas voltadas ao setor, quanto no aspecto tecnológico. Este artigo estuda a influência dos investimentos em pesquisa agropecuária para o crescimento econômico e a convergência de renda agropecuária no período de 1986 a 2004. Para isso, utiliza-se um modelo econométrico de efeitos fixos, controlando-se os efeitos espaciais, ou seja, a depen (mais) dência espacial e a heterogeneidade espacial. Além de comprovar convergência condicional, o modelo revelou que o crescimento do PIB per capita agropecuário foi afetado por variáveis como capital físico agropecuário, infra-estrutura telefônica, infra-estrutura de armazenagem, crédito rural, número de trabalhadores rurais e externalidades espaciais. Além disso, ficou evidenciada a importância de P&D agropecuário para o crescimento e convergência de renda per capita no setor agropecuário. Resumo em inglês Over the last decades, the Brazilian agricultural and livestock sector has presented several changes, both in terms of public policies and of the technological aspect. This article examines the economic growth, as well as the convergence of farmer's income Brazilian states, from 1986 to 2004. An econometric model of fixed effects is used, controlling spatial effects. In addition to proving conditional convergence, the econometric model revealed that the growth in per capi (mais) ta GDP for the agricultural and livestock sector was affected by variables such as agricultural physical capital, telecommunication infrastructure, storage infrastructure, rural credit, rural workers and spatial externalities. Furthermore, this paper highlights the importance of R & D investments for growth and convergence of per capita income in agricultural and livestock sector.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)