Sample records for southern oscillation
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 14 shown.



1

Associação entre El Niño Oscilação Sul e a produtividade do milho no Estado do Rio Grande do Sul/ Association between El Niño Southern Oscillation and corn yield in Rio Grande do Sul State

Berlato, Moacir Antonio; Farenzena, Homero; Fontana, Denise Cybis
2005-05-01

Resumo em português A alta variabilidade interanual da produtividade de milho, no Rio Grande do Sul, é determinada, principalmente, pela variabilidade da precipitação pluvial, e esta, em grande parte está associada ao fenômeno El Niño Oscilação Sul (ENOS). A disponibilidade, hoje, de previsões sazonais do ENOS faz vislumbrar a possibilidade de uso dessas informações para minimizar prejuízos e maximizar a produtividade. Há necessidade, porém, de se avaliar a vulnerabilidade da p (mais) rodutividade do milho a esse fenômeno. O objetivo deste trabalho foi quantificar a associação entre a produtividade de milho e a variabilidade da precipitação pluvial, causada pelo ENOS. Para a análise, foram tomadas séries históricas de produtividade, de precipitação pluvial mensal, de ocorrência das fases do ENOS (El Niño e La Niña), de Temperatura da Superfície do Mar (TSM) no Pacífico equatorial, e do Índice de Oscilação Sul (IOS). Há forte tendência do El Niño em favorecer a cultura do milho, o que dá oportunidade à alta produtividade, ao passo que em anos de ocorrência de La Niña há alta freqüência de baixa produtividade. A precipitação pluvial mais associada à produtividade do milho é a integrada de outubro a março. Essas informações são úteis para decisões quanto a alternativas de manejo da cultura, frente a uma previsão de El Niño ou La Niña. Resumo em inglês The high interannual variability of corn yield in Rio Grande do Sul State is determined mostly by the variability of rainfall, which is mainly associated to El Niño Southern Oscillation (ENSO). Current availability of seasonal ENSO forecasts shows the possibility of using this information to minimize losses and maximize yield. However, it is necessary to assess the vulnerability of corn yield to this phenomenon. The objective of this work was to quantify the association (mais) between corn yield and rainfall variability due to ENSO. In order to perform the analysis, historical series of yields, monthly rainfalls, ENSO (El Niño and La Niña) phases, Sea Surface Temperature (SST) in equatorial Pacific, and the Southern Oscillation Index (SOI) were used. Results show that there is a strong trend for El Niño to favor corn crops, providing opportunities for high yields, while in years when La Niña occurs there is a high frequency of low yields. The rainfall most associated with corn yields is the integrated one from October to March. This information is useful for decision making as to crop management alternatives when there is a forecast of El Niño or La Niña.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Água no solo e rendimento do trigo, soja e milho associados ao El Niño Oscilação Sul/ Soil water and wheat, soybean, and maize yields associated to El Niño Southern Oscilation

Alberto, Cleber Maus; Streck, Nereu Augusto; Heldwein, Arno Bernardo; Buriol, Galileo Adeli; Medeiros, Sandro Luis Petter
2006-07-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi simular o conteúdo de água disponível no solo e o rendimento das culturas de trigo, soja e milho, em Santa Maria, RS, e associá-los ao fenômeno El Niño Oscilação Sul (ENOS). O período estudado foi de 1969 a 2003. A água disponível no solo e o rendimento das culturas foram calculados com modelos matemáticos disponíveis na literatura. A água disponível no solo foi representada pela fração de água transpirável no solo pelas pl (mais) antas. Foi constatado que a menor disponibilidade hídrica no solo está associada a anos neutros, e a maior disponibilidade hídrica está relacionada a eventos do El Niño. Os anos de La Niña foram os mais favoráveis ao rendimento de grãos da cultura de trigo, enquanto os anos de El Niño foram os mais favoráveis ao rendimento de grãos de soja e milho. Ficou evidente que os anos classificados como neutros, em relação ao ENOS, são os de maior risco de perda de rendimento de grãos destas duas culturas de verão, em conseqüência da menor disponibilidade hídrica no solo, o que é uma informação importante no planejamento de estratégias para o agronegócio relativamente a uma previsão do fenômeno ENOS. Resumo em inglês The objective of this study was to simulate soil water content, and wheat, soybean and maize yields, in Santa Maria, RS, Brazil, and link their interannual variability to El Niño Southern Oscillation (ENSO). The period studied was 1969 to 2003. Soil water content and the yields of wheat, soybean and maize were simulated with models available in the literature. Soil water content was represented by the fraction of transpirable soil water. The results showed that the lowes (mais) t soil water content in Santa Maria is associated to neutral years and the highest soil water is associated to El Niño events. La Niña years were more favorable to high wheat yield, whereas El Niño years were more favorable to high soybean and maize yields. It was evident that years classified as neutral years in respect to ENSO are riskier to grain yields of soybean and maize crops, which is an important information for planning strategies in agribusiness considering ENSO forecast.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Associação da variabilidade da precipitação pluvial em Santa Maria com a Oscilação Decadal do Pacífico/ Linking rainfall variability in Santa Maria with the Pacific Decadal Oscillation

Streck, Nereu Augusto; Buriol, Galileo Adeli; Heldwein, Arno Bernardo; Gabriel, Luana Fernandes; Paula, Gizelli Moiano de
2009-12-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi verificar a associação da variabilidade interdecadal da chuva em Santa Maria, RS, com a Oscilação Decadal do Pacífico. Parte da variabilidade interanual da precipitação pluvial é explicada pelo fenômeno El Niño Oscilação Sul (ENOS), que acontece no Oceano Pacífico. Na segunda metade da década de 1990, foi relatada outra oscilação na temperatura do Oceano Pacífico, de duração maior que o ENOS, denominada Oscilação Decadal (mais) do Pacífico (ODP). Foram usados os dados mensais acumulados de precipitação do período 1912-2008, da Estação Climatológica principal de Santa Maria, e os valores mensais do índice ODP do mesmo período. A análise foi realizada em nível anual, semestral (primeiro e segundo semestre), sazonal (verão, outono, inverno e primavera) e mensal. Existe associação entre a chuva e a ODP, de modo que décadas com chuvas acima da normal são associadas à fase quente da ODP, intercaladas com décadas com chuva abaixo da normal associadas à fase fria da ODP, o que indica oscilações periódicas de médio e longo prazo na precipitação pluvial em Santa Maria, RS. Resumo em inglês The objective of this work was to verify the association of the interdecadal variability of rainfall in Santa Maria, Rio Grande do Sul state, Brazil, with the Pacific Decadal Oscillation. Part of the interannual variation in rainfall is explained by the El Niño Southern Oscillation (ENSO) in the Pacific Ocean. In the second half of the 1990s, another oscillation in the surface temperature of the Pacific Ocean was reported, with greater duration than ENSO, named the Pacif (mais) ic Decadal Oscillation (PDO). Monthly precipitation data collected at the Meteorological Station of Santa Maria of the 1912-2008 period and monthly PDO indices of the same period were used. The analyses were performed on an annual, semestral (first and second semester), seasonal (Summer, Fall, Winter, and Spring), and monthly basis. There is a link between rainfall and PDO, because decades with precipitation higher than normal are associated with a warm phase of PDO, followed by decades with below-normal rainfall associated with a cool phase of PDO, which indicate mid and long-term periodic oscillations of rainfall in Santa Maria.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Impacto de sistemas meteorológicos no regime hídrico do Rio Grande do Sul em 2006

Campos, Cláudia Rejane Jacondino de; Silva, Morgana Vaz da
2010-03-01

Resumo em português Neste trabalho foram realizadas a determinação e a análise sazonal do Balanço Hídrico (BH) e a análise do impacto dos Sistemas Meteorológicos (SM) no regime hídrico para o Rio Grande do Sul (RS) no ano de 2006. Utilizaram-se, para o cálculo dos BH, dados mensais de 2006 de temperatura média do ar e precipitação pluvial de 16 estações meteorológicas de superfície do Estado. Os métodos propostos por Thornthwaite & Mather (1955) e Thornthwaite (1948) foram u (mais) sados para calcular os BH e a evapotranspiração, respectivamente. O impacto dos SM no regime hídrico do RS no ano de 2006 foi analisado com dados de ocorrência de Sistemas Frontais (SF), de Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCM) e de Eventos com Condição de Tempo Severo (ECTS). A distribuição da precipitação pluvial no RS em 2006 foi uniforme nos quatro períodos do ano, com registro de maior volume pluviométrico na Metade Norte do Estado, onde não ocorreu falta de água em 2006. Na Metade Sul ocorreu falta de água em JFM (Jan, Fev, Mar) e o no litoral em OND (Out, Nov, Dez) neste ano. Os fatores que contribuíram para a disponibilidade d'água durante o ano de 2006 na Metade Norte e falta de água na Metade Sul do RS em JFM e no litoral em OND, foram: a maior frequência de SCM e de ECTS na Metade Norte do RS; a menor frequência de SF neste ano na Metade Sul do RS em relação à normal climatológica e a atuação do fenômeno ENOS (El Niño Oscilação Sul) cuja configuração em 2006 provocou estiagem na região Sul do Brasil. Resumo em inglês In this work were realized the seasonal determination and analysis of Water Balance (WB) and the analysis of the Meteorological Systems (MS) impact in the hydric regime for the Rio Grande do Sul State (RS) in 2006. Air temperature and rainfall monthly data from 2006, distributed in 16 surface meteorological stations of the RS were used to calculate the WB. The methods proposed by Thornthwaite & Mather (1955) and Thornthwaite (1948) were used to calculate the WB and the ev (mais) apotranspiration, respectively. The impact of MS in the hydric regime of the RS in 2006 was analyzed using data of occurrence of Frontal System (FS), Mesoscale Convective System (MCS) and Severe Events (SE). The 2006 RS rainfall distribution was uniform in the four periods of the year, with higher rainfall volume in the northern half of RS, where there was no lack of water in 2006. In the southern half of RS in 2006 there was lack of water in JFM and in OND in the coastal region. The factors that contributed to water availability during 2006 in the northern half and lack of water in the southern half of RS in JFM (Jan, Feb, Mar) and in OND (Oct, Nov, Dec) in the coastal region were: MCS and SE higher frequency in the northern half; FS lower frequency in this year in the southern half of RS in relation to the normal climatological data and the ENSO (El Niño South Oscillation) acting whose configuration in 2006 caused dry spell in the Brazil south region.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Relação dos sistemas de monção com as variabilidades tropical interanual e multi-decenal/ Relations of the monsoon systems to the tropical multi-decadal and interannual variabilities

Garcia, Sâmia Regina; Kayano, Mary Toshie
2009-03-01

Resumo em português A variabilidade da circulação tropical, com ênfase nos sistemas monçônicos, é examinada usando diversas variáveis para o período de 1948-1999. A componente monçônica do potencial de velocidade em 200 hPa (χ-transiente), o desvio da média anual do desvio da média zonal, é o parâmetro chave usado para obter os modos monçônicos. A análise de Funções Ortogonais Empíricas (EOF) do χ-transiente fornece dois modos separados. O primeiro modo descreve (mais) a variabilidade multi-decenal dos sistemas monçônicos da América do Sul e do Pacífico oeste. Esse modo, chamado monçônico multi-decenal (MMD), ocorre por todo o ano e contém a variabilidade multi-decenal relacionada à dinâmica da Oscilação Decenal do Pacífico (ODP). O segundo modo descreve as variações interanuais opostas entre a Ásia, África e oceano Índico e a região do oeste dos Estados Unidos, México e Pacífico leste. Esse modo, chamado modo interanual (MIA) apresenta algumas similaridades com o modo tropical interanual El Niño - Oscilação Sul. Alguns aspectos desses modos, incluindo sua circulação e características termodinâmicas são discutidas aqui. Finalmente, índices baseados nos padrões das configurações espaciais desses modos são construídos. A eficiência desses índices para fins de monitoramento é analisada. Logo, trata-se de um novo aspecto não proposto em trabalhos anteriores. Resumo em inglês Tropical circulation variability, with emphasis on the monsoon systems is examined using several variables for the 1948-1999 period. The monsoon component in the 200 hPa velocity potential (transient-χ), the deviation from the annual mean of the zonal deviation field, is the key parameter used here to obtain the monsoon modes. The Empirical Orthogonal Function (EOF) analysis of the transient-χ yields two separate modes. The first mode describes the multi-decadal (mais) variability of the monsoon systems in South America and in the western Pacific. This mode, called the multi-decadal monsoon (MDM) mode, occurs throughout the year and contains the multi-decadal variability linked to the PDO dynamics. The second mode describes the opposite interannual variations of the Asian, African and Indian Ocean region and western United States, Mexico and eastern Pacific Ocean. This mode, called here the interannual mode (IAM) bears some similarities with the tropical interannual El Niño-Southern Oscillation mode. Some aspects of these modes, including their circulation and thermodynamic characteristics are discussed here. Finally, indices based on the loading patterns of these modes are constructed. The potential of these indices for monitoring tasks are analyzed. This is a new aspect not proposed in previous work.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Estudo genético de bacia orgânica do Vale do Paraíba/ Genetic study of the organic basin of the Paraiba River Valley

Verdade, Francisco da Costa; Hungria, Luiz Soares
1966-01-01

Resumo em português Através de sondagens, fotointerpretação do relêvo e altimetria, foi estudada a formação duma bacia orgânica situada entre São José dos Campos e Caçapava. Esta bacia teve sua origem provável em um lento abatimento por acomodação de camadas no substrato terciário da planície aluvial. Êste fenômeno propiciou o acúmulo orgânico abaixo do nível atual do rio. A preservação da bacia, situada ao sul do rio, sem destruição pela oscilação meândrica, deve- (mais) se à tendência do leito em se deslocar para o norte, conforme comprovam os terraços. Estas condições devem prevalecer em outras áreas do mesmo rio e que possuam espêssas camadas orgânicas. Resumo em inglês With the help of probing, relief photointerpretation and altimetry, the formation of an organic basin located between São José dos Campos and Caçapava was studied. This basin probably was originated by slow settlement through accomodation of layers on the tertiary substract below alluvial plains. This phenomenon favored the organic accumulation under the present level of the river. The preservation of the southern basin of the river without being destroyed by meandric (mais) oscillation, is due to the tendency of the river-bed to dislocate toward the north, as can be proved by the terraces. These conditions should prevail in other areas of the same river and which may have deep organic layers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

El Niño: ocorrência e duração dos veranicos do Estado de Minas Gerais/ El Niño: occurrence and duration of dry spells in the State of Minas Gerais - Brazil

Minuzzi, Rosandro B.; Sediyama, Gilberto C.; Ribeiro, Aristides; Costa, José M. N. da
2005-09-01

Resumo em português Com o objetivo de caracterizar o início do período chuvoso (IPC), a quantidade de chuvas durante o período chuvoso (PC) e a ocorrência e duração dos veranicos em anos de ocorrência da fase quente do fenômeno climático El Niño-Oscilação Sul (ENOS), analisaram-se dados de precipitação pluvial de 123 localidades do Estado de Minas Gerais e as relações entre a duração dos períodos chuvosos (DPC) e/ou os IPCs com os veranicos de duração de três a seis dia (mais) s (A) e de sete a dez dias (B), e os IPCs com os totais pluviométricos durante os PCs com os veranicos de classes A e B, respectivamente. Os resultados indicaram uma característica marcante do El Niño em ocasionar chuvas abaixo da média no nordeste do Estado e chuvas acima da média climática no sudoeste de Minas Gerais. As estiagens ao norte e nordeste do Estado corresponderam a períodos superiores a 15 dias e as chuvas acima da média, no sudoeste, foram melhor correlacionadas com os veranicos de duração de três a seis dias. Resumo em inglês Daily precipitation data from 123 locations of the State of Minas Gerais were analyzed to characterize the beginning of the rainy season (IPC), the amount of rainfall during the rainy season (PC) and the occurrence and length of the dry spell in years associated to El Niño Southern Oscillation (ENSO). The relationship between the duration of rainy season (DPC), begining of the rainy period and the dry spells from three to six days (A); from seven to ten days (B) and the (mais) IPC with the rainfall during the rainy periods with dry spells (A) and (B) were also studied. The results showed that ENSO is related to rainfall below historical average in the northeastern region of the State of Minas Gerais, and to rainfalls above the climatic average in the southwestern region. The duration of the dry spells in the northern and northeastern region of the state were higher than 15 days, and the rainfall above normal in the southwestern part of the state were better correlated to dry spells of three to six days.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Variações do ciclo anual da temperatura da superfície do mar no pacífico tropical/ Annual cycle variations of sea surface temperature in the tropical pacific

Gerólamo, Renato Orrú Pedroso; Kayano, Mary Toshie
2010-06-01

Resumo em português Variações do ciclo anual da Temperatura da Superfície do Mar (TSM) do Pacífico Tropical entre 20ºN e 20ºS, para o período de 1854 a 2006, foram estudadas usando análises de ondaletas. O estudo mostrou que o ciclo anual, considerando-se a variância para em torno de 1 ano, de TSM possui variabilidade interanual e interdecenal. Existem indicações de que a maior parte das variações interanuais no ciclo anual de TSM das áreas do hemisfério Norte (HN) e do hemisf (mais) ério Sul (HS), está relacionada ao ciclo do El Niño-Oscilação Sul (ENOS). A maioria dos picos da Média por Escalas da Potência localizada da ondaleta (MEPO) para a escala entre 0,7 e 1,2 anos, para as áreas de ambos os hemisférios, coincide com extremos do ENOS. Os Espectros da Potência Global (EPGs) mostraram variância máxima do ciclo anual de TSM entre 120ºE e 140ºE na faixa do HN (entre equador e 20ºN), e variância crescente da linha da data para leste com o máximo entre 100ºW e 80ºW na faixa do HS (entre equador e 20ºS). Portanto, o ciclo anual de TSM apresenta variações entre os HN e HS com a máxima variância localizando-se no hemisfério leste para o HN e no hemisfério oeste para o HS. Resumo em inglês Annual cycle variations of the sea surface temperature (SST) in the Tropical Pacific Ocean between 20ºN and 20ºS for the period from 1854 to 2006 were studied using wavelet analysis. The study showed that the SST annual cycle, considered the variance around 1 year, contains interannual and interdecadal variabilities. There are indications that most of the SST annual cycle variations at Northern Hemisphere (NH) and at Southern Hemisphere (SH) areas is related to the El N (mais) iño-Southern Oscillation (ENSO) cycle. Most peaks of the localized Scale Average Power (SAP) for the 0.7-1.2 year scale for the areas on both hemispheres coincides with ENSO extremes. The Wavelet Power Spectra (WPS) shows maximum variance of the SST annual cycle between 120ºE and 140ºE for the northern hemisphere (NH) band (between equator and 20ºN), and eastward increasing variance from the dateline with a maximum between 100ºW and 80ºW for the southern hemisphere (SH) band (between equator and 20ºS). Therefore, the SST annual cycle presents variations between the NH and SH with the maximum variance being located in the eastern hemisphere for the NH and in the western hemisphere for the SH.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

A importância relativa do atlântico tropical sul e pacífico leste na variabilidade de precipitação do Nordeste do Brasil/ The relative importance of the tropical south atlantic and eastern pacific on rainfall variability in the Northeast Brazil

Andreoli, Rita Valéria; Kayano, Mary Toshie
2007-04-01

Resumo em português Anomalias de precipitação no Nordeste do Brasil (NEB) são re-examinadas considerando-se os efeitos do El Niño-Oscilação Sul (ENOS) e do Atlântico Tropical (AT) na estação anterior à estação chuvosa do NEB. Na ausência de anomalias de Temperatura da Superfície do Mar (ATSMs) significativas no AT, durante a fase inicial e de desenvolvimento do ENOS, em DJF as anomalias na precipitação possivelmente são ocasionadas por padrões de teleconexões associados ao (mais) rearranjamento da célula de Walker, e em MAM, por padrões de teleconexões extratropicais. Simultâneos ENOS e ATSMs significativas no AT atuam para aumentar ou diminuir as anomalias de precipitação. ATSMs de mesmo sinal no ATS e Pacífico leste enfraquecem os padrões de precipitação no NEB. Quando as ATSMs do ATS são não significativas ou com magnitudes equivalentes às do ATN, porém com sinal oposto das ATSMs do Pacífico leste, as ATSMs do ATN e as anomalias da circulação atmosférica relacionada ao ENOS conduzem ao fortalecimento dos padrões anômalos de precipitação. Independente do ENOS, a influência do AT na variabilidade de precipitação é mais marcante para o ATS. Um aspecto relevante apresentado aqui é o papel do ATS na variabilidade de precipitação do NEB, cujo monitoramento é essencial para prospecções climáticas sazonais. Resumo em inglês Rainfall anomaly patterns over Northeastern Brazil (NEB) are re-examined considering the effects of the El Niño/Southern Oscillation (ENSO) and the Tropical Atlantic (TA) during the season preceding the northern NEB rainy season. In the absence of significant sea surface temperature anomalies (SSTAs) in TA, during the initial and development phases of the ENSO, precipitation anomalies in DJF are possibly due to teleconnection patterns associated with the rearrangement of (mais) the Walker cell, and in MAM, due to the extratropical teleconnection patterns. Simultaneous ENSO and significant SSTAs in the TA act to reinforce or to inhibit the precipitation anomalies. The same signal SSTAs in the tropical south Atlantic (TSA) and in the eastern Pacific weaken the precipitation pattern over NEB. When the SSTAs in the TSA are non-significant or with equivalent magnitudes of those in the ATN, but with opposite signal of the SSTAs in the eastern Pacific, the SSTAs in the ATN and the ENSO-related atmospheric circulation leads to reinforced anomalous precipitation patterns. Independent of the ENSO, the TA influence in the precipitation variability is remarkable for the TSA. The relevant aspect presented here is the important role of the TSA in the NEB precipitation variability. Thus, the TSA monitoring is essential for seasonal climate forecasting purposes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Influência da La Niña na estação chuvosa da região sudeste do Brasil/ Influence of La Niña in the rainy season of the southeast region of Brazil

Minuzzi, Rosandro Boligon; Sediyama, Gilberto Chohaku; Costa, José Maria Nogueira da; Vianello, Rubens Leite
2007-12-01

Resumo em português Dados diários de 203 estações pluviométricas, localizadas na região Sudeste do Brasil (SEB), foram utilizados com o propósito de analisar estatisticamente a influência do fenômeno La Niña (LN), no comportamento trimestral da precipitação durante a estação chuvosa (EC). A série referente a data de início da estação chuvosa em anos de ocorrência do fenômeno climático, foi classificada, baseada no seu valor médio, máximo e mínimo. A análise das influ� (mais) �ncias do LN no final da estação chuvosa, foi realizada mediante a adoção da técnica dos quantis, para nove áreas pré-definidas do SEB. A quantidade trimestral de precipitação, foi classificada e correlacionada com o Índice de Oscilação Sul (IOS) e a temperatura da superfície do mar (TSM) de quatro regiões do Pacífico Equatorial, com a aplicação dos desvios normalizados e correlações com 'defasagem', respectivamente. Concluiu-se que durante o LN, a estação chuvosa tende a se prolongar na área SP2. Porém, no contexto geral, o fenômeno climático não influenciou o início da estação chuvosa da região Sudeste do Brasil, enquanto, as anomalias expressivas de precipitação, observadas principalmente a partir do trimestre novembro-janeiro, pouco estiveram correlacionadas com o comportamento da TSM do Pacífico Equatorial e, ou, o IOS. Resumo em inglês Daily data from 203 pluviometric stations, located in the Southeast region of Brazil (SEB), were used in order to analyze, statistically, the influence of the La Niña (LN) phenomenon, in the threemonthly rainfall regime during the rainy season (RS). The series related date at the beginning of the rainy station in years of occurrence of the climatic phenomenon, were classified, based on their medium, maximum and minimum value. The analysis of the influence of LN phenomena (mais) at the end of the rainy season was accomplished by using the quantis technique, for nine areas of SEB defined previously. The amount of threemonthly precipitation, was classified and correlated with the Southern Oscillation Index (SOI) and the sea surface temperature (SST) of four regions of the Equatorial Pacific, with the application of the normalized deviations and correlations with 'discrepancy', respectively. The conclusion was that during LN event, the RS tends to increase, in the SP2 area. However, in the general context, the climatic phenomenon didn't influence the beginning of the rainy season of the SEB, while, the expressive precipitation anomalies, observed mainly from the period November-January, were little correlated with the behavior of SST of Equatorial Pacific and, or, SOI.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Influência do fenômeno El Niño na erosividade das chuvas na região de Santa Maria (RS)/ Effect of El Niño/Southern Oscillation on rainfall erosivity in Santa Maria (RS)

Paula, Gizelli Moiano de; Streck, Nereu Augusto; Zanon, Alencar Junior; Eltz, Flávio Luiz Foletto; Heldwein, Arno Bernardo; Ferraz, Simone Erotildes Teliginski
2010-08-01

Resumo em português O fenômeno El Niño Oscilação Sul (ENOS) altera o tempo e o clima em vários locais, provocando alterações na circulação atmosférica que afetam os elementos meteorológicos e climáticos, principalmente a chuva, nas diferentes regiões do Brasil. Na região Sul do País, em anos de El Niño, fase positiva do fenômeno, a chuva é frequentemente acima da normal, e, em anos de La Niña, fase negativa do fenômeno, a chuva é frequentemente abaixo da normal. Algumas (mais) características das chuvas são alteradas pelo ENOS, como a frequência de ocorrência, a intensidade e a quantidade. Essas características são importantes para a definição das chuvas erosivas. Entre os métodos de determinação da erosividade das chuvas, o índice de erosividade EI30 é o mais usado no Rio Grande do Sul (RS). O objetivo deste trabalho foi determinar e associar o índice de erosividade EI30 com o fenômeno ENOS para a região de Santa Maria, RS. Usaram-se os dados diários de chuva registrados em pluviogramas a partir de 1º de julho de 1978 a 30 de junho de 2008, coletados na Estação Climatológica Principal de Santa Maria, RS. As chuvas individuais e erosivas foram identificadas nos pluviogramas, classificadas em anos de El Niño, La Niña e Neutros, e foi calculado o seu índice EI30. Foi realizada a análise de correlação de Pearson e análise de regressão entre o EI30 e o Índice Oceânico do Niño (ION). A significância da regressão foi testada com o teste t, a fim de quantificar a associação entre as duas variáveis, com vistas à possível previsibilidade do potencial erosivo das chuvas a partir de anomalias de Temperatura da Superfície do Mar (TSM) no oceano Pacífico. Também foram classificadas as chuvas em padrões Avançado, Intermediário e Atrasado. O potencial erosivo das chuvas em Santa Maria é afetado pelo fenômeno ENOS, de modo que maior número de chuvas tem maior potencial erosivo em anos de El Niño e em anos Neutros. A variabilidade do potencial erosivo das chuvas em Santa Maria é maior nos anos Neutros do que nos anos de anomalia da TSM. O padrão das chuvas é alterado em anos de anomalia da TSM, no sentido de que nos anos de El Niño há aumento nas chuvas de padrão avançado e em anos de La Niña há aumento nas chuvas de padrão atrasado; no padrão intermediário, há diminuição do número de chuvas em anos de El Niño e La Niña, em comparação com anos Neutros. A capacidade preditiva do potencial erosivo das chuvas em Santa Maria pelo índice ION é fraca. Resumo em inglês El Niño/Southern Oscillation (ENSO) affects the weather and climate of several locations, causing changes in the atmospheric circulation and climate variables, mainly rainfall, in all regions of Brazil. In southern Brazil, during El Niño years (the positive phase of ENSO), rainfall is often above normal whereas during La Niña years (the negative phase of ENSO), rainfall is often below normal. Some rainfall properties are affected by ENSO, such as frequency, intensity a (mais) nd amount. These properties are important to define erosive rainfall events. Among the methods to determine rainfall erosivity in Rio Grande do Sul State, the EI30 - erosivity index, is the most commonly used. The objective of this study was to determine and associate the EI30 erosivity index with the ENSO phenomenon for the region of Santa Maria, RS, Brazil. Daily rainfall data recorded from July 01, 1978 to July 30, 2008, collected in a standard Weather Station in Santa Maria, RS, were used. Individual erosive rainfall events were identified in the records, grouped into El Niño, La Niña and Neutral years, and the EI30 index was calculated. Rainfall events were also grouped into three patterns: Early, Intermediate and Late. Pearson correlation and regression analysis between the EI30 index and the Niño Oceanic Index (NOI) were performed. Regression was tested with the t test in order to quantify the relationship between the two variables, aiming at a possible predictability of the erosion potential of rainfall events due to abnormalities of the Sea Surface Temperature (SST) in the Pacific Ocean. Rainfall erosion potential in Santa Maria is affected by ENSO, so that a greater number of rainfall events have a higher erosion potential during El Niño and neutral years. The variability of the rainfall erosion potential is greater during Neutral years than during years with SST anomalies. The rainfall pattern is changed in years with SST anomalies, so that there is a slight increase in early rains during El Niño years and a slight decrease in late rains during La Niña years, whereas there is a decrease in rainfall events with Intermediate pattern during El Niño and La Niña years compared to Neutral years. The predictive capability of the erosion potential of rainfall events in Santa Maria based on the NOI index is weak or inexistent.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Dinâmica físico-hídrica de uma toposseqüência de solos sob Savana Florestada (Cerradão) em Assis, SP/ Soil water dynamics in a toposequence under Savanna Woodland (Cerradão) in Assis, SP, Brazil

Juhász, Carlos Eduardo Pinto; Cursi, Patrícia Ribeiro; Cooper, Miguel; Oliveira, Thalita Campos; Rodrigues, Ricardo Ribeiro
2006-06-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo a caracterização morfológica e físico-hídrica de uma toposseqüência de solos sob floresta nativa de uma parcela permanente de 320 x 320 m, instalada na Estação Ecológica de Assis (SP). A vegetação da parcela consiste em um remanescente de Savana Florestada (Cerradão) da zona limítrofe sul do grande domínio do Cerrado. O estudo da geometria bidimensional (horizontal e vertical) dos horizontes em uma toposseqüência possibili (mais) tou o detalhamento da morfologia do solo. Para estudar a dinâmica da água no ambiente de desenvolvimento das plantas nativas, foram obtidas curvas de retenção, análise granulométrica e medidas de condutividade hidráulica saturada no campo, utilizando o permeâmetro de Guelph. O monitoramento da umidade do solo in situ, utilizando o sensor WCR, e da distribuição de chuvas foi realizado no período de novembro de 2003 a novembro de 2004. Os solos foram classificados de montante a jusante em Latossolo Vermelho, Latossolo Vermelho-Amarelo, Latossolo Amarelo e Gleissolo Háplico. O alto teor de argila no horizonte de subsuperfície do Gleissolo, em contraste aos Latossolos com maior teor de areia, determina menor drenagem, maior retenção hídrica e baixa condutividade hidráulica nesta camada, não atingindo a saturação em nenhum momento do ano monitorado. O comportamento físico-hídrico dos solos é influenciado pelas condições do relevo, evidenciado pela transição lateral contínua de cor, textura e estrutura dos solos na toposseqüência, e pela pluviosidade. Em superfície, ocorre uma oscilação da umidade do solo intimamente ligada a eventos chuvosos. Em subsuperfície, este efeito é menos intenso, sendo deslocado no tempo. A disponibilidade de água em toda a toposseqüência é limitada na estação seca e também em parte da estação úmida, o que deve definir as características florísticas da formação florestal da parcela e determinar a distribuição espacial do mosaico vegetacional. Resumo em inglês The aim of this study was to characterize the morphological, physical and hydraulic soil properties in a toposequence under native plant cover in a permanent observation plot of 320 x 320 m installed in the Assis Ecological Station, São Paulo State, Brazil. The plot is covered by a remnant Savanna Woodland (Cerradão) vegetation of the southern border zone of the great Cerrado domain. The bi-dimensional geometry (horizontal and vertical) of the soil horizons in a toposeq (mais) uence provided details on the soil morphology. The soil water dynamics in the native plants environment was studied through determination of the soil-water retention curves as well as soil particle-size distribution, and saturated soil hydraulic conductivity using the Guelph permeameter. Soil moisture was measured in situ using a WCR sensor. Soil moisture and rainfall distribution were monitored from November 2003 to November 2004. The soils were classified, from the summit down to the footslope, as Rhodic Haplustox, Typic Haplustox and Epiaquic Haplustult. The high clay content in the subsurface horizon of the Epiaquic Haplustult, when compared to the Oxisols with greater sand content, determines less drainage, greater water retention and lower hydraulic conductivity. The soil moisture in this layer never attained the saturation during the study period. Soil water dynamics were influenced by relief conditions, as evidenced by the continuous lateral color transition, soil texture and structure, and by rainfall. At the soil surface, the soil moisture oscillation is closely related to the rain events. In the subsurface, this effect is less intense, and lagged in time. The water availability along the toposequence is limited in the dry season and in part of the wet season. The floristic characteristics of the forest formation and its mosaic distribution in the plot can be explained by the seasonal water availability.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Distribuição e abundância dos caranguejos Uca Leach (Crustacea, Decapoda, Ocypodidae) na Baía de Guaratuba, Paraná, Brasil/ Distribution and abundance of fiddler crabs Uca Leach (Crustacea Decapoda Ocypodidae) in Guaratuba Bay, Parana State, southern Brazil

Masunari, Setuko
2006-12-01

Resumo em português Um estudo sobre distribuição espacial e abundância dos chama-marés Uca Leach, 1814 foi realizado na Baía de Guaratuba, Estado do Paraná. Foram coletados chama-marés de dez biótopos ao longo de um gradiente de salinidade de zero a 32 dentro da Baía de Guaratuba. Foram obtidas sete espécies, entre as quais, Uca mordax (Smith, 1870) que foi registrada somente em biótopos inundados por águas de baixas salinidades (de zero a 16). As demais espécies mostraram toler (mais) ância a uma ampla variação de salinidade, mas Uca maracoani (Latreille, 1802-1803) e Uca leptodactyla Rathbun, 1898 predominaram em águas mais salinas, de 14 a 32, enquanto U. burgersi Holthuis, 1967, Uca rapax (Smith, 1870), Uca thayeri Rathbun, 1900 e Uca uruguayensis Nobili, 1901 foram coletadas em mais de três biótopos e mostraram uma tendência ao eurihalismo, suportando salinidades de 4 a 32. Entretanto, outras características do substrato tais como porcentagem relativa de cascalho/areia/silte/argila, teor de matéria orgânica e presença de marismas, também, influenciaram a distribuição espacial destes caranguejos. U. leptodactyla foi registrada com densidade máxima de 240 ind.m-2, o mais alto valor conhecido. Resumo em inglês A study of the spatial distribution and abundance of fiddler crabs was carried out in Guaratuba Bay, Parana State, southern Brazil. Fiddler crabs were collected from 10 biotopes located along a salinity gradient from zero to 32 inside Guaratuba Bay (between 48°30'W-25°50'S and 48°45'W-25°54'S). Seven species were found, among which, Uca mordax (Smith, 1870) occurred only in biotopes inundated by low salinity water, from zero to 16. Remaining species tolera (mais) ted wide range of salinity oscillation, but Uca maracoani (Latreille, 1802-1803) and Uca leptodactyla Rathbun, 1898 predominated in saltier waters, from 14 to 32, while U. burgersi Holthuis, 1967, Uca rapax (Smith, 1870), Uca thayeri Rathbun, 1900, and Uca uruguayensis Nobili, 1901 were collected in more than three biotopes and showed to be euryhaline: they tolerated salinities from 4 to 32. However, other soil characteristics such as pebble/sand/silt/clay balance, organic matter content and presence of seagrass also influenced the spatial distribution of these crabs. U. leptodactyla occurred with maximum density of 240 ind.m-2, a highest recorded value.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Comunidade de abelhas nativas (Apidae) em Floresta Ombrófila Densa Montana em Santa Catarina/ Community of native bees (Apidae) in a tropical rain forest mountain area in Santa Catarina

Mouga, Denise M.D.S.; Krug, Cristiane
2010-02-01

Resumo em inglês This study evaluated the bee community and their associated melliferous plants in the northern region of the state of Santa Catarina, Brazil in order to ascertain the diversity and floral interactions of the local Apidae. Twelve samplings were conducted (April 2006 to March 2007) in transects, where nets were used to capture bees directly from their flowers. Voucher specimens for both bees and plants were deposited at UNIVILLE. Diversity and equitability indexes were calc (mais) ulated. Our sampling effort resulted in a total of 934 bees in 72 genera and five families. Forty-four plant species belonging to 19 families were visited. A dominant family in Southern Brazil, Asteraceae, was visited most often (50% of the taxa). Nearly 20% of the plants were visited by only one bee species. Meliponina, Ceratinina and Halictinae were prevalent. The diversity of the apifauna composition (Apinae followed by Halictinae) is typical for southern environments, with few abundant species and many singletons. The variation found for the equitability indexes revealed low intertaxa dominance, diversity oscillation and interspecies relative equilibrium. Values of richness and abundance indicate a transitional distribution pattern (subtropical to temperate). Rare taxa, the presence of new records for the state, and the collector's slope indicate an estimated greater richness.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)