Sample records for solar collectors
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 6 shown.



1

Tratamento térmico solar da água para controle de fitopatógenos/ Solar heating of water for controlling phytopathogenic microorganisms

Tanaka, Maria Aparecida S.; Ito, Margarida F.; Braga, Carlos A. S.; Armond, Geraldo
2003-08-01

Resumo em português Alguns microrganismos fitopatogênicos podem ser transportados pela água, que se constitui em importante e eficiente forma de disseminação. O controle de fitopatógenos pelo tratamento térmico da água infestada, utilizando a energia solar, constituiu o objetivo do trabalho. Quantificou-se a eficiência de um sistema automatizado de aquecimento solar desenvolvido para esta finalidade, baseado em processo misto de aquecimento da água em circuito fechado, com coletores (mais) planos e transmissão de calor por convecção natural e forçada. A automatização e a equalização da temperatura foram obtidas por termostatos localizados em diferentes pontos. Verificou-se boa eficiência do equipamento, trabalhando na temperatura de 60 ºC, tanto em rendimento de água processada como na eliminação do inóculo de fitopatógenos de importância econômica, como Botrytis cinerea, Colletotrichum spp., Fusarium spp., Pythium spp., Verticillium dahliae e Rhizoctonia solani. À exceção de F. oxysporum f. sp. phaseoli, os patógenos testados não sobreviveram ao tratamento térmico a temperaturas acima de 55 0C. A técnica mostrou-se promissora como uma opção na desinfestação da água para uso em irrigação de viveiros, casas de vegetação e diversas finalidades em pequenas ou médias propriedades agrícolas. Resumo em inglês Some phytopathogenic microorganisms may be transmitted by water representing an efficient means way of inoculum dissemination. The objective of the work was to quantify the efficiency of thermal treatment by solar heating in the control of pathogens in contaminated water. The equipment developed for this purpose was composed of flat collectors and used both natural and forced convection to transfer heat to the circulating water. Thermostats, placed in different locataions (mais) , automatically equalized the temperature of the system. The equipment was verified to peform well at 60 ºC, in terms of water processed as well as in the eradication of economically important pathogens such as Botrytis cinerea, Colletotrichum spp., Fusarium spp., Pythium spp., Verticillium dahliae and Rhizoctonia solani. Except for F. oxysporum f. sp. phaseoli, the other pathogens were inactivated at temperatures above 55 ºC. The technique is a promising option to disinfest the water to be used in nurseries, greenhouses and in small or midsize agricultural exploitations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

The implementation of the regulations on solar collectors in buildings

Abreu, Isabel; Oliveira, Rui

The use of solar energy constitutes a great concern of national and international bodies, as a result of a strategic policy towards green energy consumption. The Portuguese regulations on building thermal behaviour and energy efficiency, recently enacted by the Portuguese Government, in line with th...

DRIVER (Portuguese)

3

Solarização para controle de Phytophthora parasitica em mudas de citros/ Solarization to control Phytophthora parasitica on citrus seedlings

MAY-DE MIO, LOUISE L.; GHINI, RAQUEL; KIMATI, HIROSHI
2002-06-01

Resumo em português O uso de solarização tem-se mostrado eficiente para o controle de fitopatógenos habitantes do solo. No caso de Phytophthora parasitica, agente causal de podridão de raízes em viveiros de citros (Citrus spp.), utiliza-se, normalmente, desinfestação com brometo de metila, produto altamente tóxico ao homem e à comunidade microbiana do solo. Neste trabalho, verificou-se a eficiência da solarização em substrato pré-colonizado com P. parasitica por meio de dois mé (mais) todos: sacos plásticos e coletor solar. Os experimentos foram realizados no inverno e no verão. No inverno, o delineamento foi em blocos ao acaso com oito tratamentos (coletor solar por 24 h e 48 h, saco plástico por 24 h e 48 h, coletor solar por 48 h + Trichoderma spp., Trichoderma spp., testemunha à sombra inoculada e não inoculada) e quatro repetições com 15 plantas. A avaliação foi feita pelo teste de isca para recuperação do patógeno e pelo desenvolvimento das plântulas de citros após três meses do transplantio para os tubetes. No verão, os tratamentos foram um, dois, sete e 14 dias de solarização em sacos plásticos, e a avaliação foi feita apenas pelo teste de isca para recuperação do patógeno. A solarização do substrato para produção de mudas em coletor solar (tubos com 10 cm de diâmetro) por 24 h (inverno e verão) e em sacos plásticos (20 x 25 x 4 cm³) por 48 h no verão eliminou P. parasitica propiciando melhor desenvolvimento das mudas. Resumo em inglês Solarization has been efficient in controlling soil borne pathogens. Phytophthora parasitica, the causal agent of root rot in citrus (Citrus spp.) nurseries, is usually treated by using methyl bromide for soil disinfestations. This product is highly toxic to man as well as to the soil microbial community. Solarization was efficient in both winter and summer P. parasitica pre-colonized substratum. The winter experiment was arranged in a randomized block design with eight t (mais) reatments (solar collector 24 h and 48 h, plastic bag 24 h and 48 h, solar collector 48 + Trichoderma spp., Trichoderma spp., inoculated and non-inoculated control at shadow), with four repetitions using 15 plants/parcel. Inoculated treatments were solarized and used to fill the containers where seedlings were transplanted. Evaluation was made by means of bait test for recovering pathogen and by citrus seedling development three months later. For summer solarization, the effect in plastic bags was evaluated at one, two, seven and 14 days. This evaluation was made by bait test. Results showed that the solarization of substratum for seedling production eliminates P. parasitica in solar collectors (10-cm-diameter containers) for 24 h in winter as well as in summer (allowing a better seedling growth), and in plastic bags (20 x 25 x 4 cm³) for 48 h in summer.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Sistema automatizado de aquecimento solar para controle de fitopatógenos da água de irrigação/ Automatic solar heating system for control of pathogens in irrigation water

Braga, Carlos A. da S.; Armond, Geraldo; Maziero, José V.G.; Bernardi, José A.; Peche Filho, Afonso; Tanaka, Maria A. de S.; Ito, Margarida F.; Mesquita, Cezar M.
2001-05-01

Resumo em português O sistema automatizado de aquecimento solar, baseou-se em um processo misto de aquecimento da água em circuito fechado, através de coletores planos e dois princípios integrados de transmissão de calor, um por convecção natural e o outro por convecção forçada. A automatização foi realizada por monitores termostáticos diferenciais. Os testes normativos abrangeram as temperaturas programadas de 50, 55 e 60 ºC, que contemplam a faixa de temperatura letal para (mais) a maioria dos fitopatógenos. Os resultados indicaram rendimentos térmicos da ordem de 63, 55 e 52%, superiores, quando comparados aos rendimentos médios de 50, 47 e 45% dos sistemas convencionais. Os resultados experimentais mostraram que o sistema é eficiente para a eliminação de patógenos da água de irrigação, sendo promissor como uma opção de baixo custo para ser usado em viveiros, casas-de-vegetação e pequenas ou médias propriedades agrícolas. Resumo em inglês In the system proposed, which uses flat collectors, both natural and forced convection are responsible for the transfer of heat to the circulating water. The automation of the system is performed by thermostats, placed in different places, electrically connected to other components like valves and a water pump. Under identical test conditions and in the range of temperatures considered (50, 55 and 60 ºC), which includes the reference lethal temperature range for path (mais) ogens, the thermal efficiencies attained were 63, 55 and 52%, which compare favorably with those obtained in conventional systems, these being 50, 47 and 42% respectively, as reported. The results of the experimental trials show that the system described is a viable option to eliminate pathogens present in irrigation water, while its low cost makes it attractive for use in nurseries, greenhouses and on small farms.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

On the sustainable development of solar thermal obligations in buildings in the framework of the Portuguese case


This paper starts remembering the steps given in Portugal to prepare the introduction of a solar thermal obligation. Next, it presents a description of the present legislation related to the Solar Thermal Obligation (STO) and to other incentive measures for growth of the solar thermal market in Port...

DRIVER (Portuguese)

6

Desinfestação de substratos com a utilização de coletor solar/ Utilization of solar collector for treatment of plant growth substrates

Ghini, Raquel; Bettiol, Wagner; Armond, Geraldo; Braga, Carlos Augusto da Silva; Inomoto, Mario M.
1992-01-01

Resumo em português Coletores solares planos constituídos de caixas de madeira com canaletas de chapa de alumínio, onde se coloca o substrato e se cobre com plástico transparente, foram testados quanto ao controle de Sclerotium rolfsii, Rhizoctonia solani, Verticillium sp., Meloidogyne arenaria e Cyperus rotundus (tiririca). Dependendo da intensidade de radiação solar, é necessário um dia para desinfestação do substrato com S. rolfsii e dois dias para R. solani, Verticillium sp. e M. arenaria. Resumo em inglês Flat solar collectors were tested for the control of Sclerotium rolfsii, Rhizoctonia solani, VerticiUium sp., Meloidogyne arenaria and Cyperus rotundus (nut sedge). The equipment developed comprises, basically, gutters of aluminum with termic liner of glass wool and transparent plastic cover. The results showed that, depending upon the solar radiation, one day is required for the disinfestations of substrate infested with S. rolfsii and nut sedge, and two days for R. solani, Verticillium sp. and M. arenaria.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)