Sample records for sister chromatid exchanges
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Efeitos genotóxicos em profissionais expostos aos anestésicos inalatórios/ Genotoxic effects on professionals exposed to inhalational anesthetics/ Efectos genotóxicos en profesionales expuestos a los anestésicos inhalatorios

Chinelato, Ana Regina; Froes, Nívea Dulce Tedeschi Conforti
2002-02-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Neste estudo compararam-se médicos expostos aos gases anestésicos com indivíduos não expostos, para a investigação de alterações cromossômicas, verificação da possível interferência dos anestésicos inalatórios na cinética celular e avaliação do risco genotóxico associado à exposição ocupacional. MÉTODO: Foram realizadas culturas temporárias de linfócitos do sangue periférico para a obtenção de metáfases, necessárias (mais) para a análise de aberrações cromossômicas e trocas entre cromátides irmãs. RESULTADOS: A análise citogenética mostrou um aumento nas freqüências de aberrações cromossômicas por célula no grupo exposto, quando comparado ao grupo controle, denotando o efeito clastogênico desses compostos. Com relação ao parâmetro de trocas entre cromátides irmãs, os gases anestésicos não demonstraram efeito indutor. A comparação entre os índices mitótico e de proliferação celular também mostrou que não há diferenças significativas entre os grupos exposto e controle. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos sugerem que os anestesiologistas podem representar um grupo de risco entre pessoas ocupacionalmente expostas e as condições de trabalho devem ser melhoradas. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: En este estudio se compararon médicos expuestos a los gases anestésicos con individuos no expuestos, para la investigación de alteraciones cromosómicas, verificación de la posible interferencia de los anestésicos inhalatorios en la cinética celular y evaluación del riesgo genotóxico asociado a la exposición ocupacional. MÉTODO: Fueron realizadas culturas temporarias de linfocitos de sangre periférico para la obtención de metafases, (mais) necesarias para la análisis de aberraciones cromosómicas y cambios entre cromátidas hermanas. RESULTADOS: La análisis citogenética mostró un aumento en las frecuencias de aberraciones cromosómicas por célula en el grupo expuesto, cuando comparado al grupo control, denotando el efecto clastogénico de eses compuestos. Con relación al parámetro de cambios entre cromátidas hermanas, los gases anestésicos no demostraron efecto inductor. La comparación entre los índices mitótico y de proliferación celular también mostró que no hay diferencias significativas entre los grupos expuesto y control. CONCLUSIONES: Los resultados obtenidos sugieren que los anestesiólogos pueden representar un grupo de riesgo entre personas ocupacionalmente expuestas y las condiciones de trabajo deben ser mejoradas. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: This study compared physicians exposed to anesthetics to non-exposed individuals, aiming at investigating chromosomal changes, the possible interference of inhalational anesthetics on cell kinetics and the genotoxic risk associated to occupational exposure. METHODS: Peripheral blood lymphocytes were temporarily cultured to obtain metaphases needed for the analysis of chromosomal aberrations and sister chromatid exchanges. RESULTS: Cytogenetic an (mais) alysis has shown an increased frequency in chromosomal aberrations per cell in the exposed group as compared to controls, confirming the clastogenic effect of such compounds. Anesthetic gases, however, had no inducing effects on sister chromatid exchanges. The comparison between proliferation and mitotic indices has also shown no significant differences between exposed and control groups. CONCLUSIONS: Our data suggest that anesthesiologists may represent a group at risk among exposed people, and that working conditions should be improved.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Carcinomas epidermóides do pulmão na doença vibroacústica/ Respiratory squamous cell carcinomas in vibroacoustic disease

Ferreira, José Reis; Mendes, Carla P; Alves-Pereira, Mariana; Castelo Branco, Nuno A A
2006-09-01

Resumo em português Enquadramento: Em 1987, observou-se durante a autópsia de um doente com doença vibroacústica (VAD) dois tumores: Um carcinoma de células renais e um glioma maligno cerebral. Desde 1987, tem-se vigiado o aparecimento de tumores em doentes com a VAD. Até à data, num universo de 945 indivíduos, há 46 casos de tumores malignos, dos quais 11 são múltiplos. Dos 11 casos de tumores do aparelho respiratório, todos eram carcinomas epidermóides (CE). O presente estudo a (mais) borda as características morfológicas destes tumores. Métodos: Foram recolhidos fragmentos destes tumores (biópsia endoscópica ou cirúrgica) de 11 doentes do sexo masculino (idade média: 58±9 anos, 3 não fumadores): 2 na glote e 9 no pulmão. Dos 3 não fumadores, 2 tinham tumores do pulmão e 1 tinha tumor da glote. Todos eram trabalhadores ou reformados da indústria aeronáutica, pilotos militares ou de linhas comerciais. Foram fixados fragmentos para microscopia óptica e electrónica. Para os estudos imuno-histoquímicos usou-se coloração com cromagranina e sinaptofisina. Resultados: Todos os tumores pulmonares se localizaram no brônquio do lobo superior direito, e a sua histologia era de tumores epidermóides pouco diferenciados. A pesquisa com marcadores neuroendócrinos foi negativa. Nove doentes faleceram. Os 2 sobreviventes são grandes fumadores (> 2 maços/dia). A média de idade de aparecimento do tumor em pilotos de helicóptero estava abaixo dos 50 anos, enquanto para os outros dois grupos profissionais era superior a 50. Os hábitos tabágicos não tiveram influência na progressão e desfecho dos casos. Conclusões: O CE constitui aproximadamente 40% dos tumores pulmonares na população em geral. Face aos actuais resultados, torna-se muito importante especificar o tipo histológico exacto do tumor em todos os estudos estatísticos. Não surpreende a idade mais jovem de início dos tumores em pilotos de helicóptero, atendendo aos resultados dos estudos de mutagénese em modelos animais e em trabalhadores expostos a RBF: a frequência de trocas de cromátides irmãs em pilotos de helicóptero está aumentada, bem como em modelos animais expostos a ruído e vibrações simultâneos, simulando o ambiente no cockpit de helicópteros. Resumo em inglês Background: In 1987, the autopsy of a vibroacoustic disease (VAD) patient disclosed two tumours: a renal cell carcinoma and a malignant glioma in the brain. Since 1987, malignancy in VAD patients has been under close surveillance. To date, in a universe of 945 individuals, there are 46 cases of malignancies, of which 11 are multiple. Of the 11 cases of respiratory tract tumours, all were squamous cell carcinomas (SqCC). This report focuses on the morphological features of (mais) these tumours. Methods: Tumour fragments were collected (endoscopic biopsy or surgery) from 11 male VAD patients (ave. age: 58±9 years, 3 non-smokers): 2 in glottis and 9 in the lung. In the 3 non-smokers, 2 had lung tumours and 1 had a glottis tumour. All were employed as or retired aircraft technicians, military or commercial pilots. Fragments were fixed either for light and electron microscopy. Immunohistochemistry studies used chromagranine and synaptophysine staining. Results: All lung tumours were located in the upper right lobe bronchi and were histologically poorly differentiated SqCC (Figs. 1, 2). The search with neuroendocrine markers was negative. The average age of tumour onset in helicopter pilots was below 50 years old while for the other professional groups it was above 50. Nine patients are deceased. The 2 surviving patients are heavy smokers (> 2 packs/day). Smoking habits had no i nfluence on tumour outcome and progression. Discussion: Epidemiological studies indicate that squamous cell carcinomas account for approximately 40% of all lung tumours in men. It seems to be highly relevant that all VAD patient respiratory tract tumours are squamous cell carcinomas. It is not surprising that helicopter pilots are the ones who are affected the earliest because previous studies have shown that helicopter pilots exhibited the highest values for the frequency of sister chromatid exchanges. Generally, epidemiological tumor studies do not take histological tumor type into account, but given the results herein, it would seem of the utmost importance to begin specifiying the exact histological type of tumor in all statistical studies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)