Sample records for sinks
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 12 shown.



1

Translocação e redistribuição de enxofre em plantas de milho e de soja/ Translocation and redistribution of sulphur in corn and soybean plants

Silva, Davi José; Alvarez Venegas, Víctor Hugo; Ruiz, Hugo Alberto; Sant'Anna, Renato
2003-06-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi estudar a translocação e a redistribuição de S pelo transporte acrópeto e basípeto em plantas de milho e de soja. Plantas das duas espécies foram cultivadas em solução nutritiva contendo 35S em casa de vegetação. O 35S aplicado em uma única raiz foi prontamente absorvido e translocado para a parte aérea, assim como para as demais raízes cultivadas na ausência de enxofre. O radioisótopo aplicado em uma única folha foi transpor (mais) tado tanto na direção acrópeta quanto na basípeta. Entretanto, o milho e a soja mostraram comportamentos diferentes na absorção e na redistribuição do enxofre. O milho, apesar de ter apresentado maior absorção radicular, reteve grande parte desse elemento na raiz, enquanto a soja absorveu consideravelmente menos, porém apresentou maior eficiência de translocação. Nas plantas de soja, as folhas superiores, principalmente as mais novas, mostraram ser os principais drenos fisiológicos do enxofre. Resumo em inglês The objective of this work was to study the S translocation and redistribution by acropetal and basipetal transport in corn and soybean plants. Plants of both species were cultivated in nutritive solution containing labeled 35S, in a greenhouse. The 35S applied to only one root was absorbed quickly and transported to the shoot, as well as to the other roots cultivated in non-labeled solution. The 35S applied to only one leaf was transported both to acropetal and basipetal (mais) direction. However, corn and soybean showed different behaviors in S absorption and redistribution. In spite of having larger root absorption, corn retained great part of that S in the root, while soybean absorbed considerably less, but presented greater translocation efficiency. The upper leaves, mainly the youngest, showed to be the main physiologic sinks for S in soybean plants.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Sistemas de manejo e a matéria orgânica de solo de várzea com cultivo de arroz/ Soil management effect on organic matter in a flooded soil under rice in Southern Brazil

Nascimento, Paulo César do; Bayer, Cimélio; Silva Netto, Luís de França da; Vian, Ana Clara; Vieiro, Fernando; Macedo, Vera Regina Mussoi; Marcolin, Élio
2009-12-01

Resumo em português Solos de várzea representam um importante depósito de C atmosférico, cujo efeito de práticas agrícolas na dinâmica da matéria orgânica (MO) necessita ser mais bem entendido. Este estudo foi realizado em experimento de longa duração (11 anos), localizado na Estação Experimental do Arroz de Cachoeirinha (RS), e teve como objetivo avaliar o efeito do sistema plantio direto (SPD) nos estoques de C orgânico, na labilidade da MO e na proteção física da MO em agr (mais) egados de um Gleissolo Háplico (200 g kg-1 de argila) cultivado com arroz (Oriza sativa L.) irrigado por inundação, em comparação ao sistema de preparo convencional (SPC). O estoque de C orgânico da camada de 0-20 cm não foi afetado pelos sistemas de manejo de solo (38,39 Mg ha-1 no solo em SPC e 37,36 Mg ha-1 em SPD), o que indica que as taxas de decomposição da MO nesse ambiente anaeróbio não foram influenciadas pelo revolvimento do solo. A labilidade da MO nesse solo de várzea, avaliada pela razão C orgânico particulado (COP)/C orgânico associado aos minerais, foi bem superior à labilidade normalmente verificada em solos aerados e, na média da camada de 0-20 cm, não foi alterada pelos sistemas de manejo de solo (0,24 em SPC e 0,28 em SPD). O aumento da fração leve-oclusa (FLO) foi apenas uma pequena proporção (9 %) do aumento do teor de C orgânico total no SPD, em comparação ao SPC, na camada superficial (0-5 cm), indicando que a proteção física da MO no interior de agregados foi pouco expressiva na estabilização da MO neste ambiente de drenagem restrita. Isso se deve, provavelmente, à efêmera agregação e, ou, à facilidade de acesso dos microrganismos e de suas enzimas à decomposição da MO intra-agregados nesse solo devido à saturação por água. Resumo em inglês Flooded soils are important sinks of atmospheric C, hence the effect of agricultural practices on their organic matter (OM) dynamics should be better understood. This study was carried out in an 11 year experiment at IRGA (Instituto Rio Grandense do Arroz) experimental station in Cachoeirinha, Rio Grande do Sul, southern Brazil. The main objectives of this study were to evaluate the effect of no-tillage (NT) on organic C stocks, on OM lability and on the physical protecti (mais) on of OM in soil aggregates of a Gleysol (200 g kg-1 clay) cultivated with paddy rice (Oryza sativa L) in comparison to conventional tillage (CT). Organic C (0-20 cm) was not affected by soil management systems (38.39 Mg ha-1 in CT soil and 37.36 Mg ha-1 in NT soil) indicating that decomposition rates of OM in this anaerobic environment were not influenced by soil disturbance. The lability of OM in this flooded soil, calculated by the ratio of particulate organic C (POC)/mineral-associated organic C was higher than the values usually verified for well-drained soils of subtropical regions and, in the 0-20 cm soil layer, C was not affected by soil management systems (0.24 in CT and 0.28 in NT). The increase of the occluded light OM fraction (intra-aggregate light fraction) was only a small proportion (9%) in relation to the total organic carbon increase in NT, compared to CT, in the surface layer (0-5 cm). These data suggest that the physical protection of OM in soil aggregates was not an important mechanism of OM stabilization in this environment of restrained drainage. The reason is probably the weak soil aggregation and/or the easy access of microorganisms and their enzymes to the decomposition of the intra-aggregate OM pool due to the soil saturation by water.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Relações fonte: dreno e crescimento vegetativo do meloeiro/ Effect of source: sink ratios and vegetative melon growth

Duarte, Tatiana da S; Peil, Roberta MN
2010-09-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito de diferentes relações fonte:dreno, determinadas a partir de variações da densidade de plantio e do número de frutos/planta, sobre o crescimento vegetativo de plantas de meloeiro. Foram realizados dois experimentos no período de primavera-verão de 2004/2005, em estufa plástica. Em um dos experimentos, 3 densidades de plantio (1,7; 2,4 e 3,0 plantas m-2) e dois números de frutos/planta (3 e 4) foram estudados. No outro experimento estabeleceu-s (mais) e dois tratamentos: remoção de todos os frutos e três frutos/planta, a fim de avaliar o efeito da ausência de frutos na planta. A partir dos dados de matéria seca e fresca e da área foliar (AF), aos 68 dias após o transplante, foi determinada a produção e a distribuição de matéria seca para a fração vegetativa, bem como o índice de área foliar (IAF), a área foliar específica (AFE) e os teores de matéria seca do caule e das folhas. O aumento da densidade de plantio não incrementou a força de fonte, não alterando o crescimento vegetativo em épocas de alta disponibilidade de radiação solar. A AF alcançada ao final do cultivo foi relativamente baixa, o que diminuiu o efeito de maior sombreamento mútuo e permitiu a penetração de radiação solar no interior do dossel, mesmo em densidades mais elevadas. O aparecimento de um novo fruto compete mais com os frutos remanescentes do que com os órgãos vegetativos. Os frutos competem com as partes vegetativas aéreas indistintamente, ou seja, o caule e as folhas atuam como um órgão único. As plantas de meloeiro se adaptam à baixa demanda de drenos através do acúmulo de fotoassimilados nos órgãos vegetativos. Resumo em inglês We evaluated the effect of different source:sink ratios determined through variations of planting density and number of fruits per plant during the vegetative growth of melon plants. Two experiments were carried out in a plastic greenhouse in the 2004/2005 spring-summer season. In one experiment, three planting densities (1.7; 2.4 and 3.0 plants m-2) and two different quantities of fruits per plant (3 and 4) were studied. In the other experiment, two treatments were set: (mais) pruning all fruits and keeping 3 fruits plant-1, in order to evaluate the effect of the absence of fruits. From the data of dry and fresh matter and leaf area (LA) 68 days after setting, it was determined dry matter production, distribution to the vegetative parts, leaf area index (LAI), specific leaf area (SLA) and dry-matter content of the stems and leaves. The increase of the planting density did not improve the source strength and had no effect on vegetative growth during periods of the year with high solar radiation. At the end of the cropping period, the relatively low melon planting density LA, in association to a high available solar radiation, avoided an excess of mutual shading among plants; this allowed the penetration of solar radiation inside the vegetative canopy, even at higher planting densities. A new fruit competes more with the remaining fruits than with the vegetative organs. The fruits compete indistinctly with the vegetative aboveground parts. In other words, stem and leaf act as an entity. The melon plant adapts to a low demand of sinks accumulating fotoassimilates in vegetative organs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Os processos de conversão de energia nos oceanos: uma revisão do Diagrama de Lorenz

Azevedo, José Luiz Lima de; Oliveira, Leopoldo Rota de; Souza, José Francisco Almeida de; Soares, Ivan Dias; Mata, Maurício Magalhães
2008-06-01

Resumo em português A análise energética é uma importante ferramenta diagnóstica para a identificação de processos dinâmicos associados a eventos de conversão de energia no oceano. Esta análise, de uma forma sucinta, procura mostrar as interações energéticas que ocorrem entre os campos médio e turbulento de um determinado escoamento geofísico, bem como as transferências entre os reservatórios de energia nos oceanos. Estes processos são sumarizados pelo Diagrama de Lorenz que (mais) representa, através de quatro caixas, os reservatórios das energias cinética média, cinética turbulenta, potencial média e potencial turbulenta do escoamento do fluido geofísico, identificando as interações que ocorrem entre estas quatro formas de energia, bem como as trocas com o meio externo (fontes e sumidouros). Notadamente a literatura especializada é escassa em textos que detalhem os diversos mecanismos de conversão energética entre as principais formas de energia nos oceanos, havendo algumas publicações que, dependendo da abordagem, detalham apenas alguns deles. Este trabalho apresenta uma revisão sobre o assunto, reunindo informações de diversas fontes e tendo como objetivo principal a construção, passo a passo, do Diagrama de Lorenz, com suas respectivas formulações. A discussão de cada termo do Diagrama é apresentada objetivamente, o que possibilitará um melhor entendimento desta ferramenta, a qual é de real importância para a sumarização de uma estimativa energética para uma dada região do oceano. Resumo em inglês The energetic analysis is an important diagnostic tool for the identification of dynamic processes associated with events of energy conversion in the ocean. In brief, that analysis shows the energetic interactions which are taking place among the mean and eddy fields of a certain geophysical flow, as well as the transfers involved between the reservoirs of energy in the oceans. Those processes are detailed in the Lorenz Diagram which links, through four boxes, the reservo (mais) irs of the mean kinetic energy, eddy kinetic energy, mean potential energy and eddy potential energy of the flow. Moreover, the Diagram identifies the interactions that occur between those four energy forms, as well as the exchanges through the boundaries (sources and sinks). After an extensive review, we have identified that the specialized literature lacks in texts which detail the several mechanisms of energetic conversion among the main forms of energy in the oceans, with most publications detailing only part of those components. This article presents a detailed review on this subject, gathering information of several sources and having as main objective the step by step construction of the Lorenz Diagram, with their respective formulations. The discussion of each term of the Diagram is presented objectively thus enabling a better understanding of this tool, which is instrumental in summarizing the energy processes at a given area of the ocean.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

O carste no plano de manejo do Parque Estadual Intervales e zona de amortecimento, Estado de São Paulo, Brasil/ The karst in the management plan of the Intervales State Park and buffer zone, State of São Paulo, Brazil

Sallun Filho, William; Ferrari, José Antonio; Hiruma, Silvio Takashi; Sallun, Alethéa Ernandes Martins; Karmann, Ivo
2010-09-01

Resumo em português O Parque Estadual Intervales (PEI) e sua Zona de Amortecimento (ZA), inseridos nos vales dos rios Ribeira de Iguape e Paranapanema, situam-se em domínios de rochas carbonáticas proterozóicas de grande interesse para a mineração, onde se verifica a formação de carste com ocorrência expressiva de cavernas. A caracterização do carste no PEI e ZA para o plano de manejo foi baseada em estudos geológicos e geomorfológicos que permitiram definir o grau de vulnerabili (mais) dade à contaminação do aquífero cárstico. As regiões de maior vulnerabilidade do carste no PEI e ZA são aquelas que permitem a introdução direta de contaminantes no aquífero e se caracterizam pela presença de feições cársticas tais como cavernas e sumidouros. Para as regiões onde a recarga ocorre exclusivamente por infiltração difusa e o escoamento superficial converge para rios de superfície, foi associado grau de vulnerabilidade intermediário. Considerando essa análise, foram identificadas áreas com maior potencial para impactos e feitas recomendações para a gestão do parque e sua zona de amortecimento. Resumo em inglês Located in the valleys of the Ribeira de Iguape and Paranapanema Rivers, where karst features and a large number of caves can be found, the Intervales State Park and its buffer zone lie within an area of Proterozoic carbonate rocks that are of great interest to the mining industry. Based on geomorphological and geological studies, the characterization of the karst was performed in order to develop a management plan for the Intervales State Park and its buffer zone. With t (mais) his, it was possible to define the degree of vulnerability of the karst aquifer to contamination. The areas of greatest vulnerability are those that facilitate injection of contaminants directly into the aquifer, being characterized by such karst features as caves and sinks. In regions where recharge occurs exclusively via diffuse infiltration, and runoff convergence with surface watercourses, the degree of vulnerability is lower. Considering this analysis, areas with the greatest impact potential were identified and recommendations made regarding management of the park and its buffer zone.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Efeito da carga de frutos e concentrações salinas no crescimento do meloeiro Cultivado em substrato/ Effect of fruit load and saline concentrations on the growth of melon cultivated under protected environment

Duarte, Tatiana da S; Peil, Roberta MN; Bacchis, Sidnei; Strassburguer, André S
2008-09-01

Resumo em português O objetivo foi avaliar o efeito do número de frutos por planta e de concentrações salinas em solução nutritiva recirculante, no crescimento do meloeiro cultivado em ambiente protegido e em substrato de casca de arroz crua, durante os meses de fevereiro a maio de 2003. Três números de frutos por planta (2, 3 e 4) e três concentrações salinas da solução nutritiva (1,9; 2,3 e 2,9 dS m-1) foram estudados. A partir dos dados da matéria seca (MS) e fresca (MF) e da (mais) área foliar, acumuladas aos 62 dias após o transplante, foi determinada a produção e a distribuição de biomassa entre as diferentes partes da planta. Os frutos compreenderam de 49 a 55% da MS aérea total produzida pela planta, demonstrando que estes são os órgãos drenos de assimilados mais potentes. O aumento do número de frutos reduziu o peso médio dos frutos, sem afetar a produção e a distribuição de MS total, vegetativa e generativa. Entretanto, aumentou levemente a produção de MF dos frutos e da parte aérea como um todo, favorecendo a distribuição de MF para os frutos. Portanto, o acúmulo de água nos frutos ocorreu em uma proporção diferente do acúmulo da MS. A menor concentração salina da solução nutritiva testada pode ser indicada para o cultivo do meloeiro em substrato de casca de arroz crua durante o outono, pois promove um crescimento da planta similar ao observado nas concentrações mais altas. Resumo em inglês The effect of fruit load and of saline concentrations in nutrient solution recirculating, was evaluated on the growth of melon plants cultivated under protected cultivation and in raw rice husk, during the months February to May of 2003. Three numbers of fruits/plant (2, 3 and 4) and three saline concentrations of the nutrient solution (1,9; 2,3 and 2,9 dS m-1) were studied. From the data of dry and fresh matter (DM and FM), and of the leaf area accumulated at 62 days aft (mais) er setting, the biomass production and distribution among the different plant parts was established. The fruits comprised from 49 to 55% of the total above-ground DM production, which demonstrated that they are the strongest sinks for assimilates. Increasing the number of fruits reduced the fruit mean weight, with no effect on the production and distribution of total, vegetative and generative DM. However, it slightly increased the fruit and whole aerial plant parts, FM production and partitioning to the fruits. Therefore, the accumulation of water in fruits was not proportional to DM accumulation. The lower saline concentration in the nutrient solution can be indicated for melon cultivation in raw rice husk during the autumn crop-season, because it promotes a similar plant growth to the observed in the highest concentrations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Efeito da baixa temperatura noturna e do porta-enxerto na variação diurna das trocas gasosas e na atividade fotoquímica de laranjeira 'Valência'/ Effects of low night temperature and rootstocks on diurnal variation of leaf gas exchange rates and photochemical activity of 'Valência' sweet orange plants

Machado, Daniela Favero São Pedro; Machado, Eduardo Caruso; Machado, Ricardo Silverio; Ribeiro, Rafael Vasconcelos
2010-06-01

Resumo em português A redução da fotossíntese durante o inverno pode ser induzida por noites frias, mesmo quando as condições durante o dia não são limitantes. Laranjais são formados com plantas enxertadas, sendo o porta-enxerto citrumeleiro 'Swingle' recomendado em áreas onde há ocorrência de baixas temperaturas. Todavia, os mecanismos fisiológicos pelos quais as plantas apresentam melhor crescimento e produção são pouco conhecidos. O objetivo deste estudo foi testar a hipót (mais) ese de que o efeito da baixa temperatura noturna na fotossíntese de laranjeiras é dependente do porta-enxerto utilizado, com o citrumeleiro 'Swingle' (Citrus paradisi x Poncirus trifoliata) induzindo maior tolerância ao frio noturno se comparado ao limoeiro 'Cravo' (Citrus limonia). Laranjeiras 'Valência' (Citrus sinensis) com seis meses, cultivadas em sacolas plásticas (5 L), foram expostas por 12 h à temperatura noturna de 20 e 8 ºC. O tratamento térmico foi realizado em câmara de crescimento, sendo apenas a parte aérea das plantas expostas às distintas temperaturas. Medidas do curso diurno das trocas gasosas e da atividade fotoquímica foram realizadas em condições ambientais naturais. O resfriamento noturno causou maior redução da assimilação de CO², da condutância estomática e da transpiração em laranjeira 'Valência' sobre limoeiro 'Cravo' quando comparado às plantas sobre 'Swingle'. Após o tratamento de frio, as eficiências máxima (Fv/Fm) e operacional (Fq'/Fm') do fotossistema II diminuíram nas plantas sobre 'Cravo' e mantiveram-se praticamente inalteradas nas plantas enxertadas em 'Swingle'. Portanto, o porta-enxerto 'Swingle' induziu maior eficiência fotossintética em condições de frio noturno às plantas de laranjeira 'Valência' quando comparado ao porta-enxerto 'Cravo'. A queda da assimilação de CO² em plantas resfriadas foi devida à menor condutância estomática e menor eficiência aparente de carboxilação, ou seja, resultante de limitações difusivas e metabólicas. Embora, Fv/Fm e Fq'/Fm' em laranjeira 'Valência' sobre 'Cravo' tenham sido mais afetados pelo resfriamento em comparação às laranjeiras sobre 'Swingle', esses não contribuíram para a redução da assimilação de CO² (A). Porém, o frio noturno causou aumento da atividade dos drenos alternativos de elétrons (aumento da relação entre o transporte aparente de elétrons e a assimilação de CO²), reduzindo a eficiência aparente de carboxilação de forma mais significante em 'Valência' sobre 'Cravo' do que sobre 'Swingle'. Estes resultados confirmam a hipótese de que a ocorrência de frio noturno afeta a fotossíntese de laranjeira 'Valência' sendo os efeitos do resfriamento dependentes do porta-enxerto. Resumo em inglês Decreases in photosynthesis during winter season are probably caused by low night temperature, even under non-limiting environmental conditions during the diurnal period. Citrus orchards are formed by grafted plants, being the 'Swingle' citrumelo rootstock recommended in areas with occurrence of low temperatures. However, the physiological mechanisms related to larger growth and crop yield in those plants are poorly understood. The aim of this study was to test the hypoth (mais) esis that the effect of low night temperature in photosynthesis of sweet orange plants is dependent on the rootstock species, with 'Swingle' citrumelo (Citrus paradise x Poncirus trifoliata) inducing higher tolerance to overnight chilling when compared to 'Rangpur' lime (Citrus limonia) rootstock. Six-month old 'Valência' (Citrus sinensis) sweet orange plants grown in plastic bags (5 L) were exposed overnight (12 h) to temperatures of 20 and 8 ºC. The thermal treatment was carried out inside a growth chamber where only the upper plant shoots were exposed to temperature variation. Measurements of diurnal courses of leaf gas exchange and photochemical activity were taken under natural environmental conditions. Chilling night caused larger reduction on CO2 assimilation, stomatal conductance and transpiration in plants grafted on 'Rangpur' lime when compared to those onto 'Swingle' citrumelo rootstock. After the chilling treatment, maximum (Fv/Fm) and operational (Fq'/Fm') efficiencies of photosystem II decreased in plants grafted on 'Rangpur' lime, but remained practically undisturbed in plants grafted on 'Swingle' citrumelo rootstock. Therefore, the 'Swingle' citrumelo rootstock increased the photosynthetic efficiency of 'Valência' sweet orange plants exposed to overnight chilling when compared to the 'Rangpur' lime. The reduction of CO2 assimilation in chilled plants was due to low stomatal conductance and low apparent carboxylation efficiency, i.e., it is a consequence of both diffusive and metabolic limitations. Although Fv/Fm and Fq'/Fm' in plants grafted on 'Rangpur' lime have been more affected by chilling in relation to plants on 'Swingle' citrumelo rootstock, those effects were not related with decreases in CO2 assimilation. Chilling night also increased the alternative electron sinks, as shown by the increasing ratio between apparent electron transport rate and CO2 assimilation and reduced apparent carboxylation efficiency of plants grafted on 'Rangpur' lime with larger intensity than in plants onto 'Swingle' citrumelo rootstock. Those results confirm the hypothesis that low night temperature affects photosynthesis of 'Valência' sweet orange plants, being the chilling effects rootstock-dependent.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Distribuição dos fotoassimilados em plantas de Panicum maximum cv. Mombaça/ Assimilates distribution in plants of Panicum maximum "cv" Mombaça

Alexandrino, Emerson; Gomide, José Alberto; Oliveira, Juraci Alves de; Teixeira, Alice Cristina Bittencourt; Lanza, Daniel Carlos Ferreira
2005-10-01

Resumo em português Os fotoassimilados produzidos pelas folhas são translocados por toda a planta, podendo variar conforme a fase de desenvolvimento, inserção da folha, desfolha, entre outros fatores. A distribuição dos fotoassimilados de folhas individuais para os diversos componentes da planta de Panicum maximum cv. Mombaça foi avaliada em função do nível de inserção da folha exposta ao 14CO2 (folha recém-expandida x folha no segundo nível de inserção abaixo), de diferentes (mais) perfilhos (perfilho principal, primeiro e terceiro perfilhos primários), de planta intacta ou submetida à remoção das lâminas foliares no nível da lígula, com exceção da folha exposta ao 14CO2. Apesar de os componentes estudados apresentarem quantidades distintas de 14C, significância para o efeito dos tratamentos foi constatada apenas para a porcentagem de 14C presente na parte aérea dos perfilhos, com valores mais altos correspondendo ao perfilho portador da folha exposta, independentemente da hierarquia do perfilho. A parte aérea reteve quantidade de 14C maior que o sistema radicular. A translocação de assimilados da folha da base tendeu a priorizar o conjunto de outros perfilhos, enquanto a folha do topo priorizou a translocação de assimilados para o próprio perfilho. De todos os componentes estudados, a folha do topo teve como principal dreno o meristema terminal, independentemente do tipo de perfilho portador da folha exposta e da condição de desfolhação. Resumo em inglês Leaf assimilates are exported to plant organs (sinks) in variable pattern according to several factors such as: plant developmental stage, leaf insertion level, intensity of defoliation. The distribution of single leaf assimilates to different fractions of Mombaçagrass plant was assessed as a function of several factors. The factors considered were: 1 Leaf insertion level (top and bottom leaves); 2 Tiller hierarchy (main and primary tillers), and 3 Plant defoliation (con (mais) trol and defoliated plants). Defoliated plants had their blades removed at the ligule level, with exception of the one exposed to 14 CO2. Significance of treatment effects was only observed for the percentage activity retained in plant aerial part, higher figures being found in the tiller of the exposed leaf, regardless of its hierarchy. The shoot retained more activity than the root system. Bottom leaves tended to favor translocation to new tillers, while the top leaf favored translocation to its own tiller. Considering all plant fractions, the top leaf translocated most to the terminal meristem, regardless of its tiller hierarchy and defoliation condition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Crescimento de frutos do meloeiro sob diferentes relações fonte: dreno/ Fruit growth of melon plants submitted to different source: sink ratios

Duarte, Tatiana da S; Peil, Roberta MN; Montezano, Eduardo M
2008-09-01

Resumo em português Um experimento foi realizado em ambiente protegido, de setembro de 2004 a janeiro de 2005, para avaliar o efeito da densidade de plantio e do número de frutos por planta no aumento da biomassa de frutos de meloeiro cultivado em substrato de casca de arroz crua e fertirrigado com solução nutritiva recirculada. Três densidades de plantio (1,7; 2,4 e 3,0 plantas m-2) e dois números de frutos por planta (3 e 4) foram estudados. A partir dos dados de matéria seca e fresc (mais) a, aos 68 dias após o transplante, foram determinadas à produção e a distribuição de biomassa para os frutos. A matéria seca alocada nos frutos variou de 57 a 62% ao final do ciclo de cultivo, confirmando que, no meloeiro, estes são os maiores drenos de assimilados. A área foliar do meloeiro conduzido verticalmente e podado, ao final do cultivo, é relativamente baixa, o que associado a uma alta disponibilidade radiativa, evitou o excesso de sombreamento mútuo entre as plantas, mesmo na maior densidade de plantio. Assim, a maior densidade não afetou a distribuição de matéria seca e fresca para os frutos, aumentou a produção absoluta, por unidade de área, da biomassa da cultura e dos frutos. O aumento do número de frutos reduziu a matéria seca média dos frutos, sem afetar a produção e a distribuição de matéria seca total da planta e dos frutos. Entretanto, a produção e a distribuição de matéria fresca para os frutos assumem um comportamento diferente do da matéria seca, sendo ambas beneficiadas com tal incremento. Resumo em inglês An experiment was performed under protected environment from September/2004 to January/2005, to evaluate the effect of plant density and the number of fruits per plant on the growth of melon fruits cultivated in raw rice husk with recirculated nutrient solution. Three planting densities (1,7; 2,4 and 3,0 plants m-2) and two number of fruits/plant (3 and 4) were studied. From the data of dry and fresh matter, 68 days after setting, the biomass production and distribution t (mais) o the fruits was established. The fruits comprised from 57 to 62% of the total above-ground dry matter production, which demonstrated that they are the strongest sinks for assimilates in melon. At the end of the vegetative period, the melon plant leaf area, when trained vertically and pruned, is relatively low, which in association with a high solar radiation, avoids an excess of mutual shading among the plants, even at higher planting densities. Thus, the increase of planting density does not affect the distribution of dry and fresh matter to the fruits, increasing the absolute plant and fruit biomass production per square meter. The increment of the number of fruits reduced the average dry weight of the fruits, without affecting the production and the distribution of dry matter of the whole plant and fruits. However, the production and the distribution of fresh matter to the fruits take up a different behavior from that of the dry matter, being both benefited with such an increment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Crescimento de Ischaemum rugosum sob três níveis de sombreamento/ Growth of Ischaemum rugosum cultivated in pots at three levels of shading

Silva, Maria R. M.; Marenco, Ricardo A.
2000-08-01

Resumo em português O capim-macho (Ischaemum rugosum Salisb.) é uma das invasoras mais importantes na cultura do arroz no Estado do Maranhão. O objetivo deste trabalho foi estudar em casa de vegetação, o crescimento de Ischaemum rugosum sob três níveis de sombreamento (70, 60 e 10%). As plantas foram coletadas aos 7, 14, 35, 42, 56, 70, 91, 112 e 133 dias após emergência (DAE). Em cada coleta, determinou-se a área foliar (Af) e matéria seca das folhas, colmos e raízes. O acúmulo (mais) de matéria seca das folhas, colmos e raízes foram menores nas plantas cultivadas sob o maior nível de sombreamento. A biomassa das raízes aumentou com a diminuição do nível de sombreamento. Tanto a área foliar como a taxa de crescimento relativo (Rw) foram maiores nas plantas cultivadas sob alto sombreamento (60 e 70%). No entanto, a taxa assimilatória líquida (EA) foi maior no tratamento sob baixo sombreamento (10%). A luminosidade influenciou a partição de assimilados na planta, sob baixo sombreamento, as raízes foram os drenos preferenciais durante a fase vegetativa, e os colmos na reprodutiva. No maior sombreamento, os colmos e as folhas foram os drenos preferenciais. Folhas mais espessas foram observadas no tratamento sob menor sombreamento. Resumo em inglês Ischaemum rugosum is one of the most important weeds in rice crop in the State of Maranhão. The objectives of this work were to evaluate the growth of I. rugosum cultivated in pots at three levels of shading (70%, 60% and 10%), which were harvested at 7, 14, 35, 42, 56, 70, 91, 112 and 133 days after emergence (DAE). At each sampling date dry matter of leaves, culms and roots, and leaf area were determined. Leaf, culm and root dry matter accumulation were reduced by the (mais) highest level of shading. Root biomass increased as a function of solar radiation. Both leaf area and the relative growth rate were greater in plants grown at 60 and 70% shading. Nevertheless, the net assimilation rate (EA) were greater at the lowest shading levels. Shading affected assimilate partitioning, under low shading the roots were the preferred sinks during the vegetative period, and the culms at the reproductive one. Thicker leaves were observed at the lower reduction of solar radiation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Bases morfofisiológicas para maior tolerância dos híbridos modernos de milho a altas densidades de plantas/ Morpho-physiological bases for greater tolerance of modern maize hybrids to high plant densities

Sangoi, Luís; Almeida, Milton Luiz de; Silva, Paulo Regis Ferreira da; Argenta, Gilber
2002-08-01

Resumo em português O lançamento de híbridos de milho tolerantes ao aumento da densidade de plantas contribuiu para o incremento do potencial produtivo da cultura na segunda metade do século XX. Objetiva-se com esta revisão de literatura discutir características morfológicas, fisiológicas, fenológicas e alométricas que contribuíram para maior adaptação do milho a elevadas densidades de plantas. Os processos de seleção utilizados pelos melhoristas minimizaram a natureza protând (mais) rica da planta, reduzindo o tamanho do pendão. Isso propiciou desenvolvimento alométrico mais equilibrado entre as inflorescências masculina e feminina, limitou a esterilidade feminina e favoreceu a sincronia entre antese e espigamento. O ideotipo de planta compacto dos híbridos modernos, caracterizado pela presença de plantas baixas, com menor número de folhas e folhas eretas, melhorou a qualidade da luz no interior do dossel, contribuindo para reduzir a dominância apical do pendão sobre as espigas. A menor produção de fitomassa reduziu a competição intra-específica e aumentou a eficiência de uso dos fatores ambientais, disponibilizando mais carboidratos para atender às diferentes demandas da planta na fase reprodutiva. O maior equilíbrio nas relações entre fonte e dreno contribuiu para retardar a senescência foliar, resultando em maior absorção de nutrientes e maior eficiência de uso do nitrogênio. O desenvolvimento de híbridos com menor estatura e espigas mais próximas do solo reduziu a quantidade de plantas acamadas e quebradas. A compreensão das bases morfofisiológicas responsáveis pela maior tolerância do milho à competição intra-específica auxiliará melhoristas e fisiologistas a maximizar a eficiência do arranjo de plantas para alcançar altos rendimentos. Resumo em inglês The release of maize hybrids tolerant to high plant densities has contributed to enhance the potential for grain yield in this crop in the second half of last century. This review aims to discuss morphological and physiological traits that favoured maize adaptation to dense stands. The selection by breeders mitigated maize protandrous nature, reducing tassel size and promoting a balanced development of male and female inflorescence. Barrenness was limited and the synchron (mais) y of anthesis and silking favoured. The modern hybrid compact ideotype, characterized by small plants, low leaf number and upright leaves, improved light quality inside the canopy, decreasing apical dominance of the tassel over the ears. The lower dry matter produced per plant decreased plant competition by neighbours, increased radiation use efficiency, supporting higher carbohydrate availability to match maize different sinks during grain filling. The more equilibrated source: sink ratio was instrumental to delay leaf senescence, keeping nutrient uptake at the end of the crop cycle and improving nitrogen efficiency usage. The development of hybrids with short plant stature and low ear insertion reduced lodging. The understanding of physiological basis underlying maize endurance to high densities allows breeders and plant physiologists to optimize plant arrangement in order to accomplish higher grain yields.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Amônia (NH3) atmosférica: fontes, transformação, sorvedouros e métodos de análise/ Atmospheric ammonia: sources, transformation, sinks, and methods of analysis

Felix, Erika Pereira; Cardoso, Arnaldo Alves
2004-02-01

Resumo em inglês Ammonia is the most common alkaline gas of the atmosphere, being important in the neutralization of various processes that occur in the atmosphere. Its main sources of emission are the decomposition of organic matter and dejections of animals. Ammonia is used by man in diverse activities of production, therefore it is a gas that can contaminate work environments. Measurements of ammonia concentration in some parts of the world have shown great spatial and weather variatio (mais) n. This large variability makes it difficult to estimate the input of reduced nitrogen to different ecosystems from measurements.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)