Sample records for silicon 41
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 4 shown.



1

Estudo prospectivo e randomizado de pacientes tratados com e sem stents revestidos com carbeto de silício amorfo para a prevenção da reestenose coronariana. Avaliação ultra-sonográfica/ Randomized intravascular ultrasound comparison between endoprostheses with and without amorphous silicon-carbide

Tanajura, Luiz Fernando Leite; Sousa, J. Eduardo M. R.; Sousa, Amanda G. M. R.; Abizaid, Alexandre; Paula, João Eduardo T.; Albertal, Mariano; Feres, Fausto; Mattos, Luiz Alberto P.; Staico, Rodolfo; Pinto, Ibraim M.F.
2004-12-01

Resumo em português OBJETIVO: A reestenose intra-stent é a maior limitação das intervenções coronárias percutâneas. O carbeto de silício amorfo (SiC-a), substância antitrombótica e antiinflamatória capaz de reduzir a deposição de fibrina, plaquetas e leucócitos sobre o stent, apresenta potencial de prevenir a hiperplasia neo-intimal e a reestenose. MÉTODOS: Estudo prospectivo, randomizado e tipo rótulo aberto comparando pacientes com doença coronariana tratados com e sem ste (mais) nts revestidos com o SiC-a, utilizando a angiografia quantitativa e o ultra-som intracoronário. Foram incluídos 100 pacientes (50 em cada grupo) a fim de mensurar o volume de hiperplasia neo-intimal intra-stent/extremidades. Como os stents comparados apresentavam extensões diferentes, o volume de hiperplasia foi analisado em valores absolutos (por paciente) e relativos (por milímetro de extensão do stent). Avaliaram-se ainda os eventos cardíacos maiores e os resultados da angiografia quantitativa. RESULTADOS: Os grupos apresentaram características de base semelhantes. Todos os pacientes foram tratados com sucesso. No 6° mês de evolução foram reestudados 94% dos casos dos dois grupos, obtendo-se ultra-som em 92%. O volume de hiperplasia neo-intimal absoluto foi significativamente maior nos tratados com os stents revestidos (51.2 DP 18.8 mm³ vs 41.9 DP 16.4 mm³; p=0.014), porém o relativo foi semelhante (2.9 DP 1.0 mm³/mm stent vs 2.5 DP 0.9 mm³/mm stent; p=0.108). A obstrução volumétrica da luz também foi similar (36.4 DP 11.1% vs 37.9 DP 10.9%; p=0.505). O diâmetro mínimo da luz (1.9 DP 0.7 mm vs 1.8 DO 0.6 mm; p=0.552), a reestenose (19.1% vs 17%; p>0.999) e a revascularização do vaso-alvo (16% vs 14%; p>0.999) não diferiram. CONCLUSÃO: Os stents revestidos apresentaram resultados clínicos, angiográficos e ultra-sonográficos similares aos controles. Resumo em inglês OBJECTIVE: In-stent restenosis remains a major limitation following coronary stent implantation. Amorphous silicon-carbide (a-SiC) coating has been shown to improve stent biocompatibility, therefore, reducing local inflammation and thrombus generation. Due to the latter, a-SiC coating might have an impact on the prevention of neointimal hyperplasia (NIH) and restenosis. METHODS: This prospective, randomized, open-label trial compared a-SiC-coated (group A) versus uncoated (mais) (group B) stent implantation in de novo lesions. We included 100 patients (50 patients in each group) and the primary end-point was in-stent volume of NIH measured by intravascular ultrasound. RESULTS: All patients underwent successful stent deployment. Although absolute NIH volume was greater in A (51.2 mm³ SD 18.8 mm³ versus 41.9 mm³ SD 16.4 mm³; P = 0.014), relative (divided per mm of stent length) NIH volume was similar (2.9 mm³/mm stent SD 1.0 mm³/mm stent versus 2.5 mm³/mm stent SD 0.9 mm³/mm stent; P = 0.108). Late loss, restenosis, and major adverse cardiac events (MACE) were similar. CONCLUSION: A-SiC-coated stents did not reduce either NIH or MACE at long-term follow-up.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Tratamento do hemangioma de coróide e descolamento total da retina com vitrectomia posterior: relato de caso/ Choroidal hemangioma with extensive retinal detachment treated with posterior vitrectomy: case report

Rodrigues, Luciana Duarte; Serracarbassa, Luciana Lucci; Nakashima, Yoshitaka; Serracarbassa, Pedro Durães
2007-06-01

Resumo em português Apresentar a evolução de um caso de hemangioma circunscrito da coróide associado a descolamento total da retina tratado com vitrectomia posterior e endofotocoagulação. Relato de caso intervencional. Paciente do sexo feminino, com 41 anos, apresentava mancha escura na visão do olho direito há uma semana, com progressão da mancha para o campo inferior e diminuição súbita da acuidade visual há dois dias. Ao exame oftalmológico, apresentava acuidade visual menor (mais) que 20/400 no olho direito. À fundoscopia do olho direito, observava-se elevação da retina neurossensorial nos quatro quadrantes e uma lesão sub-retiniana avermelhada no pólo posterior, com bordas pouco nítidas. O ultra-som do olho direito mostrava membranas móveis de alta refletividade na cavidade vítrea (retina) aderidas ao nervo óptico e presença de lesão sólida hiperecogênica, homogênea, no pólo posterior, com picos de média refletividade no seu interior, sugestiva de hemangioma de coróide Todos os exames sistêmicos foram normais. Optou-se pela vitrectomia posterior com endodrenagem, retinopexia, endofotocoagulação do tumor e colocação de gás C3F8. A retina manteve-se aplicada nos quinze primeiros dias da cirurgia, quando então apresentou novo descolamento inferior da retina sobre o tumor. Optou-se por nova vitrectomia posterior com endofotocoagulação e colocação de óleo de silicone. A paciente encontra-se no 6º mês de pós-operatório com a retina aplicada, óleo de silicone na cavidade vítrea, hemangioma com marcas de fotocoagulação (inativo?), acuidade visual igual a 20/400 no olho direito. A vitrectomia posterior surge como opção no tratamento do hemangioma da coróide associado a descolamentos extensos da retina, visando restabelecer a anatomia e diminuir as complicações funcionais tardias na retina. Resumo em inglês To describe a case of circumscribed choroidal hemangioma with extensive retinal detachment treated with vitrectomy and endolaser photocoagulation. Interventional case report. A 41-year-old female patient was examined with a 7-day history of blurred vision and progression of visual loss in the right eye in the last 2 days. Ophthalmologic examination showed 20/400 visual acuity in the right eye and an extensive retinal detachment with an elevated red lesion on the posterior (mais) pole. Ocular ultrasound showed high a reflective membranes in the vitreous cavity (retinal detachment) and an homogeneous hiperecogenic solid lesion suggestive of choroidal hemangioma. Systemic investigation showed no abnormalities. Posterior pars plana vitrectomy with endophotocoagulation and injection of C3F8 gas was performed. After 15 days, an inferior retinal detachment was observed and the patient was submitted to a second vitrectomy with endophotocoagulation and silicon oil implant. After six months, the retina remains attached and the hemangioma shows no signs of exudation. Visual acuity remains 20/400. Posterior vitrectomy appears as an option for the treatment of circumscribed choroidal hemangiomas with extensive retinal detachment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Reatividade de escórias silicatadas da indústria siderúrgica/ Reactivity of silicate slags of the iron and steel industry

Pereira, Hamilton Seron; Gama, Ailton Junio Manzi; Camargo, Mônica Sartori de; Korndorfer, Gaspar Henrique
2010-04-01

Resumo em português As escórias siderúrgicas são usadas na agricultura, mas são poucos os trabalhos sobre sua reatividade. Neste trabalho, objetivou-se avaliar escórias siderúrgicas em diferentes frações granulométricas quanto à correção do pH e liberação de Ca, Mg e Si para o solo. O delineamento foi inteiramente casualizado com 4 repetições em esquema fatorial com 6 fontes (escória de alto-forno 1, escória de fosfato, escória de alto-forno 2, escória de aciaria de forno (mais) AOD, escória de aço inox e escória de forno LD) e 5 distribuições granulométricas (2 - 1,41; 1,41 - 0,85; 0,85 - 0,50; 0,50 - 0,30 mm e Resumo em inglês The slags are used in the agriculture as soil acidity correctives in same rates of lime, but there are few studies about its reactivity in soils. The objective was to compare slag reactivity to soil acidity correction and calcium, magnesium, and silicon liberation. A completely randomized experimental design was used, with 4 repetitions in factorial with 6 sources (blast furnace slag 1, phosphate slag, blast furnace slag 2, AOD furnace steel slag, stainless steel slag and (mais) LD furnace steel slag) and 5 particle sizes (2-1.41; 1.41-0.85; 0.85-0.50; 0.50-0.30 mm and

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Alterações metabólicas e digestivas no pós-operatório de cirurgia bariátrica/ Digestive and metabolic changes in postoperative bariatric surgery

Jóia-Neto, Luiz; Lopes-Junior, Ascêncio Garcia; Jacob, Carlos Eduardo
2010-12-01

Resumo em português RACIONAL: As alterações na digestão e perdas de nutrientes são aspectos relevantes na redução do peso e na manutenção do estado nutricional do paciente submetido à gastroplastia, mas poucos estudos estão disponíveis na literatura. OBJETIVO: Estudar as alterações sistêmicas decorrentes da redução de peso ao longo do tempo, após o tratamento cirúrgico. MÉTODO: Estudo tipo coorte prospectivo com amostra de 44 indivíduos, obesos mórbidos, operados com der (mais) ivação gástrica em Y-de-Roux e com anel de silicone. Análises clínicas foram realizados em tempos distintos: período pré-operatório, seis meses após a operação e durante os anos de 2006 e 2007. Os exames efetuados foram: glicemia de jejum; albumina sérica; colesterol total; hemoglobina; gordura fecal; substância redutora nas fezes; sangue oculto nas fezes. Endoscopia digestiva alta também foi realizada para medir o anel em centímetros. Ainda foram estudados o genero, idade, altura, peso, IMC, diabetes, e o tempo após a operação. RESULTADOS: A mediana do peso foi de 141 kg (91 - 216) e o IMC, teve mediana de 49,28 kg/m² (36,3 - 80,31). A anemia se manifestou em oito (18,2%) pacientes e 13 (29,5%) apresentaram albumina com valores reduzidos. No final do estudo, a média dos meses de seguimento foi de 52,56 + 8,84 meses. O peso médio foi de 86,96 + 15,44 kg e a média do IMC foi de 32,41 + 4,82 kg/m². A pesquisa de gordura fecal foi positiva em 16 pacientes (36,4%), substância redutora positiva nas fezes em um (2,3%) paciente e presença de sangue oculto nas fezes foi positiva em 13(29,5%) pacientes. O diâmetro interno do anel de silicone apresentou uma média de 0,75 cm + 0,23 cm. CONCLUSÃO: Após a operação ocorreu perda significativa de peso, porém, o IMC ainda se mantinha acima de 35 kg/m² na maioria dos pacientes acompanhados por longo tempo. Houve melhora substancial dos níveis de colesterol e glicemia. O diâmetro do anel não demonstrou associação significativa com a redução do peso; contudo, os pacientes com anel superior a 1 cm, não apresentaram anemia ou hipoaluminemia, estando clinicamente melhores do que aqueles com anel menor. Resumo em inglês BACKGROUND: Changes in digestion and nutrients losses are relevant aspects in weight reduction and maintenance of the nutritional status of patients undergoing gastroplasty, but few studies are available in the literature. AIM: To study the systemic changes arising from the reduction in weight over time after surgery. METHOD: A prospective cohort study with 44 morbid obese patients operated on between July 2001 and April 2005. The operation performed was a gastric by pass (mais) Roux-en-Y with silicon ring. Medical tests were conducted at different times: preoperatively, six months after the operation and during the years 2006 and 2007. The examinations performed were: fasting glucose, serum albumin, total cholesterol, hemoglobin, fecal fat, reducing substance in stool, occult blood in the stool. Endoscopy was also performed to measure the ring in centimeters. Also studied were the gender, age, height, weight, BMI, diabetes, and time after operation. RESULTS: The initial weight ranged from 91 to 216 kg (Md = 141 kg) and BMI at this stage was between 36,3 and 80,3 kg/m² (Md = 49,28 kg/m²). Anemia manifested in eight patients (18,2%) and 13 (29,5%) had albumin with reduced values. Follow-up ranged from 32 to 79 months (X = 52,5 months, SD = 8,8). The final weight ranged from 60,3 to 122,9 kg (mean = 83,95 kg, 1º and 3º quartile = 75,7 and 83,95) and BMI was between 24,62 and 45,54 kg/m² (mean = 31,69 kg/m², 1º and 3º quartile = 28,93 and 35,89). The percentage of weight reduction at this stage was 36,31% (p>0,001), one patient had weight gain, in three (6,8%) patients the albumin level was reduced and nine had anemia. The faecal fat was positive in 16 patients (36,4%), reducing substance in stool was positive in one patient and the presence of faecal occult blood was positive in 13 patients (29,5%). The internal diameter of the silicon ring was between 0,45 and 1,4 cm (mean 0,75, SD = 0,22). CONCLUSION: After surgery there is a significant weight loss, but the BMI is still above 35 kg/m² in 26 patients (59%), followed for a long time. There is a substantial improvement in cholesterol and glucose blood levels. The diameter of ring in the small stomach showed no significant association with weight reduction, while patients with greater than 1 cm ring did not show anemia or low levels of albumin, clinically better than those with rings smaller than 1 cm.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)