Sample records for selenium 70
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 4 shown.



1

Fontes orgânicas e inorgânicas de selênio na nutrição de vacas leiteiras: digestão, absorção, metabolismo e exigências/ Organic and inorganic sources of selenium in the nutrition of dairy cows: digestion, absorption, metabolism and requirements

Gierus, Martin
2007-08-01

Resumo em português A suplementação de bovinos leiteiros com selênio é feita tanto em sua forma orgânica como inorgânica. Nas plantas, o Se é incorporado aleatoriamente na sua forma orgânica e encontra-se como análogo de aminoácidos sulfurados, ou seja, selenometionina e selenocisteína. As formas inorgânicas, por sua vez, correspondem aos sais selenato (SeO4-2) e selenito (SeO3-2). Contudo, enquanto a forma orgânica é metabolizada inicialmente como o aminoácido sulfurado anál (mais) ogo, as formas inorgânicas são metabolizadas diretamente via seleneto (HSe-) para serem incorporadas em selenoproteínas funcionais, como a glutationa peroxidase. Assim, a selenometionina é metabolizada como a metionina, sendo incorporada ao acaso em proteínas do organismo. Somente após o turnover protéico, a selenometionina é então liberada, podendo servir como fonte de Se. Além disso, em animais de alta produção, a incorporação de selenometionina a proteínas do leite pode torná-la indisponível às selenoproteínas funcionais. Em função disso, análises da concentração de Se no solo, nos alimentos dos animais e no leite, são somente complementares à análise da atividade da glutationa peroxidase, pois não indicam o grau com que o Se vai ser metabolizado pelo animal. O Se no leite, por sua vez, reflete a concentração de fontes orgânicas de Se no sangue. Em torno de 70% do Se no leite está incorporado à caseína. A suplementação de Se para bovinos leiteiros é necessária em qualquer fase de crescimento ou estado fisiológico dos animais, mas o metabolismo das diferentes fontes de Se precisa ser considerado. Enquanto que, em deficiências agudas, fontes inorgânicas parecem ser mais apropriadas, as fontes orgânicas podem ser eficientes em casos de deficiência crônica ou em períodos de suplementação ineficiente de Se. Resumo em inglês Selenium is supplemented for dairy cattle using organic or inorganic selenium sources. In plants, Se is randomly incorporated also in proteins and its organic form is found as an analogue of sulphur amino acids, i.e. selenomethionine (SeMet) or selenocystein (SeCis). Inorganic forms are mostly found as selenite (SeO3-2) or selenate (SeO4-2). However, it is important to distinguish between the metabolism of the different Se sources. Whereas the organic form (SeMet and SeCi (mais) s) can be metabolized as amino acid, the inorganic forms are readily incorporated through selenide (HSe-) into functional selenoproteins, like glutathione peroxidase. Thus, selenoamino acids are incorporated randomly to any body protein and are available as potential Se sources only after protein turnover. In addition, there is a risk for high yielding dairy cows to loose Se for functional selenoproteins when selenoamino acids, especially SeMet, are incorporated into milk proteins, considering that about 70% of Se in milk is incorporated to casein. Measurements of Se content in soil and feed samples have therefore only a complementary value, because the metabolism in dairy cows is difficult to be foreseen with only the Se content in soil and feeds. Se supplementation is important for all animals, but metabolism of the different Se sources needs to be taken into consideration. Whereas acute deficiencies are corrected with inorganic Se sources, organic sources seem to be more efficient to overcome temporarily deficiencies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Características químicas dos mingaus desidratados de arroz e soja/ Chemical characteristics of dehydrated rice-soybean porridges

MAIA, Luciana H.; WANG, Sin H.; FERNANDES, Marilene S.; CABRAL, Lair C.
2000-12-01

Resumo em português O presente trabalho teve por objetivo caracterizar quimicamente os mingaus desidratados de arroz e soja nas respectivas proporções 100:0, 90:10, 80:20, 70:30, 60:40 e 50:50% e verificar a possibilidade do uso de alguns destes mingaus como ingredientes na formulação de alimentos infantis com base nos resultados discutidos. O processo utilizado para sua obtenção foi decorticagem dos grãos de soja, branqueamento, desintegração e homogeneização do arroz e soja, ass (mais) im como secagem por atomização. A caracterização química foi realizada através das seguintes determinações: composição centesimal, composição de minerais e de aminoácidos, e atividade do inibidor de tripsina. Com o aumento das proporções de soja (de 0 a 50%), os mingaus desidratados tiveram aumento nos teores de proteína, extrato etéreo, cinzas, fibra bruta, fósforo, cálcio, potássio, magnésio, ferro, cobre, zinco, selênio, manganês e molibdênio, porém diminuição nos teores de carboidrato, sódio e cromo. Contudo, os valores de cobalto não foram alterados. Os teores de potássio, magnésio, ferro e cobre foram altos e os teores de cromo, selênio, manganês e molibdênio foram suficientes em 100g de mingaus desidratados de arroz e soja com 40 e 50% de soja, atendendo 100% das recomendações da RDA para lactentes, podendo estes formulados para alimentos infantis. Houve uma melhoria nos escores de aminoácidos essenciais com as crescentes proporções de soja, exceto para os aminoácidos sulfurados. A composição em aminoácidos foi adequada e comparável ao padrão da FAO/WHO para lactentes, exceto para lisina e metionina. Em relação a lisina, os mingaus desidratados com 30, 40 e 50% de soja mostraram os maiores escores para pré-escolares, não havendo deficiência para escolares. Por outro lado, a metionina não foi deficiente para pré-escolares e escolares. A atividade residual do inibidor de tripsina não foi observada nos mingaus desidratados estudados. Resumo em inglês The objective of the present work was the chemical characterization of dehydrated porridges of rice and soybean at different proportions, 100:0, 90:10, 80:20, 70:30, 60:40 and 50:50%, respectively. Steps for their manufacture included: soybean seed dehulling, blanching, disintegration of blanched rice and soybean, homogenization and spray drying. Chemical characterization was undertaken through proximate composition, mineral and amino acid contents, and trypsin inhibitor (mais) activity. An increase in the soybean proportions (0 to 50%) resulted in an increase in the content of protein, oil, ash, crude fiber, phosphorus, calcium, potassium, magnesium, iron, copper, zinc, selenium, manganese and molybdenum, but a decrease in the percentage of carbohydrate, sodium and chromium. Cobalt content did not change. The contents of potassium, magnesium, iron and cooper in the dehydrated rice-soybean porridges with 40 and 50% soybean, were high and were comparable with those met in the RDA for infants. With the exception of the sulfur-amino acids, better essential amino acids (EAA) profiles were obtained as the proportion of soybean increased. EAA composition was comparable to the EAA patterns from FAO/WHO for infants, except for lysine and methionine contents. Dehydrated rice-soybean porridges with 30, 40 and 50% soybean presented the highest lysine contents for preschool children, satisfying the requirement for school children. On the other hand, methionine was not limitant for both preschool and school children. No activity of trypsin inhibitor was detected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Uso de microminerais sob a forma de complexo orgânico em rações para frangas de reposição no período de 7 a 12 semanas de idade/ Effects of feeding trace minerals as organic complex for replacement pullets in the period from 7 to 12 weeks old

Brito, Jerônimo Ávito Gonçalves de; Bertechini, Antônio Gilberto; Fassani, Édison José; Rodrigues, Paulo Borges; Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
2006-08-01

Resumo em português O experimento foi realizado objetivando-se estudar a utilização dos microminerais na forma de complexo orgânico em rações para frangas no período de 7 a 12 semanas de idade e sua influência no desempenho e nas características ósseas. Os tratamentos consistiram da suplementação dos microminerais nas formas inorgânica (tratamento controle) e orgânica com inclusão de 0,4% na ração, que corresponde aos níveis suplementares de 60, 80, 70, 10, 1 e 0,3 ppm de Zn (mais) , Fe, Mg, Cu, I e Se, respectivamente, e na redução dos níveis de inclusão da fonte orgânica nas rações (0,35; 0,3; 0,25 e 0,2%). Seiscentos e quarenta e oito frangas Lohmann - LSL, iniciando a 7ª semana de idade, foram utilizadas em um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos, seis repetições e 18 aves por parcela. Não houve diferenças significativas entre os tratamentos para características de desempenho e uniformidade até a 12ª semana. Com a redução nos níveis de inclusão do suplemento orgânico, houve redução linear do teor de cinzas na tíbia das frangas na 12ª semana, porém, não houve diferenças entre a fonte inorgânica (tratamento controle) e os demais tratamentos (fonte orgânica). O teor de Zn em tíbias, assim como o peso, o comprimento, a espessura da tíbia e do fêmur e o comprimento do metatarso, não foi influenciado pelos tratamentos na 12ª semana. A fonte orgânica dos microminerais apresentou vantagem comparativa, possibilitando a redução no nível de inclusão da fonte orgânica para 0,2% na ração, sem afetar negativamente as características estudadas no período de 7 a 12 semanas de idade das frangas. Resumo em inglês This experiment was carried out to study the effects of feeding trace minerals as organic complex on the performance and bone characteristics for pullets in the period from 7-12 weeks old. The treatments consisted of the supplementation of trace minerals in the inorganic form (control) and organic form with inclusion of 0.4% in the diet, that corresponds to the supplement levels of 60, 80, 70, 10, 1, and 0.3 ppm of zinc, iron, manganese, copper, iodine and selenium, respe (mais) ctively, and the decreasing dietary levels of organic source (0.35, 0.3, 0.25, and 0.2%). A total of 648 Lohmann - LSL pullets from the 7th week old were allotted to a completely randomized design with six treatments and six replicates of 18 birds. No significant treatment effect on performance characteristics and uniformity up to the 12th week was observed. There was a linear reduction of ash porcentage in the tibia of pullets in the 12th week as the dietary organic supplement decreased. However there were no significant differences among the inorganic source (control) and the other treatments (organic source). The zinc content in the tibia as well as the weight, length and thickness of tibia and femur and metatarsus length were not affected by the treatments, in the 12th week. The trace mineral organic source showed relative comparative advantage and resulted in 0.2% reduction of the dietary supplement level of organic source with no effect on the performance and bone characteristics of pullets from 7 to12 weeks old.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Distrofia muscular nutricional em ovinos na Paraíba/ Nutritional muscular dystrophy in sheep in Paraíba

Amorim, Sara Lucena; Oliveira, Alex Cicinato P. de; Riet-Correa, Franklin; Simões, Sara Vilar Dantas; Medeiros, Rosane M. T.; Clementino, Inácio José
2005-06-01

Resumo em português Descreve-se um surto de distrofia muscular nutricional em ovinos no semi-árido Nordestino. Foram afetados animais de 3-4 meses de idade, da raça Dorper, pesando 30-40 kg. Os animais eram alimentados, à vontade, com leite, ração balanceada, capim Tifton e sal mineral. Dos 70 animais Dorper, 6 adoeceram e morreram em um período de 48 horas. Apresentaram temperatura, entre 40 e 41ºC, incoordenação com posterior paralisia e decúbito, depressão, prostração e dimin (mais) uição dos reflexos pupilar e de ameaça, flacidez da língua e mandíbula, salivação, edema submandibular, dispnéia e aumento da freqüência cardíaca. A morte ocorreu após curso clínico de 6- 12 horas. Na necropsia de 3 animais, os músculos esqueléticos estavam de coloração pálida, o fígado estava aumentado de volume e de coloração amarelada, os gânglios parotídeos, submandibulares, retrofaríngeos, prescapulares e mediastínicos estavam aumentados de volume e avermelhados e os pulmões apresentavam áreas vermelhas. Na histologia havia necrose segmentar de todos os músculos examinados e congestão dos gânglios linfáticos e pulmão. Posteriormente mais três animais adoeceram, sendo tratado com oxitetraciclina e complexo vitamínico A,D e E. Desses 3 animais, 2 morreram e um sobreviveu. Na mesma fazenda havia e não adoeceram 20 ovinos da raça Santa Inês, da mesma idade que os animais afetados, que recebiam a mesma alimentação exceto o leite, e 900 ovinos de outras idades. A superalimentação em animais com rápido crescimento e o estresse causado pela restrição de água durantes 2 dias, para aumentar o consumo de leite, parecem ter sido fatores predisponentes para a ocorrência da doença. É possível, também, que algum dos minerais suplementados tenha antagonizado o Se presente na alimentação. Resumo em inglês An outbreak of nutritional muscular dystrophy is reported in the semiarid region of northeastern Brazil affecting 3-4 months old Dorper sheep. The animals, weighing 30-40 kg, were fed ad libitum with milk, concentrated ration, Tifton hay, and a mineral mixture. Six out of 70 lambs were affected and died in the first 48 hours after the onset of the outbreak. Clinical signs were fever of 40-41ºC, incoordination followed by paralysis and recumbence, depression, prostration (mais) with decreased pupillary and corneal reflexes, decreased tonus of the tongue and maxilla, salivation, submaxillar edema, and increased cardiac and respiratory rates. Death occurred after a clinical manifestation period of 6-12 hours. At necropsy of three animals, skeletal muscles were pale, the liver was yellowish and enlarged, the parotid, submaxillary, retropharyngeal, prescapular and mediastinal lymph nodes were enlarged with red surface, and red areas were observed on the lung surface. On histology, segmental muscular necrosis was observed in all skeletal muscles examined. The liver had centrilobular fatty degeneration, and congestion was observed in the lung and lymph nodes. From 48-96 hours after the begin of the outbreak, another 3 animals were affected. They were treated with Vitamin A, E and D complex; two of them died and one survived. On the same farm, a flock of 20 Santa Inês sheep of the same age as the affected animals, fed with the same food, but no milk, and another 900 sheep of different ages were not affected. The over nutrition of sheep with fast growing rates, and the stress caused by two days of water restriction to improve milk consumption had been predisposing factors for the occurrence of the disease. It is also possible that some of the minerals supplemented interfered with selenium availability.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)