Sample records for scalars
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 3 shown.



1

Difusão de contaminantes em condições de vento fraco empregando um modelo estocástico Lagrangeano/ Difusion of contaminants in low wind conditions employing a Lagrangian stochastic model

Timm, Andréa Ucker; Roberti, Débora Regina; Degrazia, Gervásio Annes; Anfossi, Domenico
2009-09-01

Resumo em português Um modelo estocástico Lagrangeano é utilizado para simular a dispersão e o transporte de contaminantes, sob condições estáveis, com velocidade do vento fraco, no experimento traçante realizado no Idaho National Engineering Laboratory (INEL). Neste trabalho é testada uma nova parametrização dos parâmetros que representam as freqüências associadas ao fenômeno de meandro do vento, presentes nas equações de Langevin para as componentes do vento horizontal. Est (mais) a nova parametrização é descrita em termos de uma quantidade adimensional que controla a freqüência de oscilação de meandro do vento e da escala de tempo, associada às estruturas coerentes em uma turbulência bem desenvolvida. As simulações demonstram que o modelo Lagrangeano considerado, incorporando esta nova parametrização, reproduz corretamente a difusão de escalares passivos em uma camada limite atmosférica estável com velocidade do vento fraco. Resumo em inglês A Lagrangian stochastic particle model is utilized to simulate the dispersion and the transport of contaminants under low wind stable conditions in the tracer experiment carried in the Idaho National Engineering Laboratory (INEL). In this work a new parameterization for the parameters representing the frequencies associated to the meandering phenomenon is tested. The new parameterization is expressed in terms of a non-dimensional quantity that controls the frequencies of (mais) the meandering oscillation and of the time scale associated to a coherent structure in a fully developed turbulence. The simulations show that the considered Lagrangian model, incorporating this new parameterization, reproduces correctly the diffusion of passive scalars in a low wind speed stable atmospheric boundary layer.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Avaliação do modelo BRAMS na formação de nevoeiro de radiação em ambiente com turbulência pouco desenvolvida/ BRAMS model evaluation with relation to formation of the radiation fog in the environment with not well-developed turbulence

Dal Piva, Everson; Anabor, Vagner
2008-12-01

Resumo em português Nevoeiro de radiação é normalmente precedido por forte resfriamento noturno. Em determinados eventos, a magnitude deste resfriamento é tão intensa que os modelos operacionais de previsão de tempo não conseguem representa-lo adequadamente. Simulações foram realizadas com o objetivo de reproduzir a formação do nevoeiro de radiação, observado na madrugada do dia 18 de abril de 2007. Foram testados parâmetros e parametrizações relacionados a turbulência dispo (mais) níveis no modelo BRAMS versão 3.2. Para o cálculo do coeficiente de difusão vertical foram testados os esquemas de Mellor-Yamada e Smagorinsky, e para a razão entre os coeficientes de difusão vertical para escalares e para o momentum foram testados os valores 1 e 3. Os melhores resultados foram obtidos com o esquema de Mellor-Yamada e a razão 1 entre os coeficientes. A máxima taxa de resfriamento foi de -5,7ºC/10h e a taxa de umedecimento foi de 27,1%/10h, mas os dados observados indicaram valores de -8,8ºC/10h e 29%/10h, respectivamente. Com relação aos erros e taxas de resfriamento e umedecimento em superfície, as opções testadas geraram apenas pequenas melhoras nos resultados, mas foram suficientes para desenvolver o nevoeiro em superfície. Resumo em inglês The radiation fog usually is preceded by a strong nocturnal cooling rate. Some times the observed cooling is so high that weather forecast models are not able to reproduce it accurately. Simulations were used to reproduce the formation of radiation fog at dawn on 18 April, 2007. Parameters and parameterizations related to turbulence available in BRAMS version 3.2 were tested. To calculate the vertical diffusion coefficients the Mellor-Yamada and Smagorinsky schemes were t (mais) ested; and for the ratio of vertical diffusion coefficients between scalars and momentum the values 1 and 3 were tested. The best results were provided by the Mellor-Yamada parameterization scheme and when the ratio of vertical diffusion coefficients equal to 1. The maximum cooling rate obtained was -5,7ºC/10h and the moistening rate was -27,1%/10h, but the observed data showed values of -8,8ºC/10h and 29%/10h, respectively. In terms of surface cooling and moistening rate errors, the tested schemes led to small improvements in the results, but were sufficient to develop the fog over the surface.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Um engano matemático repetido por 100 anos

Ruggeri, Elysio R. F.
2003-07-01

Resumo em português Desde a sua concepção e desenvolvimento, durante os últimos 20 a 30 anos do final do século XIX, a álgebra vetorial de Gibbs não foi bem compreendida, embora muitos a tenham considerado uma obra de arte a serviço da Física clássica. É desnecessário falar da sua utilidade. Nos últimos anos ela tem sido ampliada por uns, de diferentes modos e com diferentes propósitos, e ridicularizada por outros. Alguns físicos dizem que ela é um caso especial, embora não s (mais) eja um caso particular da álgebra de Clifford que tem utilidade na Mecânica Quântica; engenheiros (como o autor) desenvolvem o Cálculo Poliádico mostrando a sua utilidade em problemas de engenharia (e, indiretamente, a sua utilidade na própria Física clássica). Nesse artigo mostro que certos argumentos não verídicos, usados para demonstrar uma "incoerência interna" da álgebra de Gibbs, vem sendo emitidos desde o início do século XX e aceitos na forma de espírito de manada, sem que seus autores saibam o que realmente se passa. Isto implica banir do Cálculo Vetorial os chamados vetores e escalares polares e axiais que, na prática, nunca foram de fato necessários. Intervém fortemente nas minhas demonstrações o conceito de sistemas de vetores recíprocos, definido por Hamilton, pouco desenvolvido por Gibbs e seus seguidores, e ligeiramente mencionado nos bons tratados de Cálculo Vetorial ao longo do século XX. Tais sistemas constituem a forma natural de se operar com bases e sistemas de referência não ortogonais. Os sistemas ortogonais são extremamente úteis em muitas situações mas nem sempre simplificam cálculos e nem sempre são oportunos. Resumo em inglês Since its conception and development during the last 20 or 30 years of the 19th century, Gibbs's vector system was not well understood, although people have considered it a masterpiece to formulate classical physics. It is unnecessary to emphasize its usefulness. In recent years this system has been broadened by some and ridiculed by a few others. Some physicists argue that it is a special case, though it is not a particular case of Clifford's algebra, which is useful in (mais) Quantum Mechanics. Engineers (like myself and other authors) develop the Polyadic Calculus showing its usefulness for treating engineering problems (and, indirectly, its usefulness in classical physics itself). In this paper I show that certain erroneous arguments, used to demonstrate an "internal incoherence" in Gibb's algebra, have been issued since the beginning of the 20th century and accepted in drove spirit fashion; yet, their authors lacked full understanding of the subject. This implies banishing from Vector Calculus the so-called polar and axial vectors and scalars which, in practice, were never necessary in actual fact. The concept of reciprocal vector systems intervenes strongly in my demonstrations. They have been defined by Hamilton, little developed by Gibbs and his followers, and slightly mentioned in the good works on Vector Analysis throughout the 20th century. Such systems constitute the natural form of operating with non-orthogonal bases and reference systems. The orthogonal systems are extremely useful in so many situations but not always do they simplify calculations nor are they opportune.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)