Sample records for rubeola virus
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Vigilância epidemiológica do sarampo e da rubéola no Município de Campinas (SP), Brasil: confiabilidade dos dados/ Epidemiologic surveillance of measles and rubella in Campinas (SP), Brazil: the reliability of the data

Barros, Eliana Nogueira Castro de; Silva, Eliete Maria
2006-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar e validar as informações sobre o sarampo e a rubéola existentes no Sistema Nacional de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) em Campinas, tomando como referência os dados do Sistema de Vigilância Sindrômica de Febre e Exantema (VigiFEx), que funcionou paralelamente ao SINAN no período de maio de 2003 a junho de 2004. MÉTODO: Foram comparados os dados anuais do SINAN de 1999 a 2003 e os dados do SINAN e do VigiFEx para o período de jun (mais) ho de 2003 a maio de 2004. Analisou-se o preenchimento dos campos número, data e município da notificação (variáveis chaves), nome da doença, data dos primeiros sintomas, nome do paciente, data de nascimento e idade, sexo e município de residência, data da investigação, antecedentes vacinais, presença de exantema, data de início do exantema e presença de febre; e casos suspeitos em gestantes, sinais e sintomas, data da coleta da primeira amostra, resultados, coleta de isolamento viral, classificação final, critério de confirmação/descarte, diagnóstico do caso descartado, evolução do caso e data de encerramento. Também foi analisada a concordância dos casos registrados entre as bases de dados. RESULTADOS: Foram identificadas 211 suspeitas de sarampo ou rubéola na base VigiFEx e 275 na base SINAN 12 meses. Todos os casos registrados apresentaram dados completos em relação às variáveis chaves. Os campos nome do paciente, agravo ou doença e município de residência também tiveram 100% de preenchimento. Mais de 95% de preenchimento foi observado para data de investigação, vacina contra o sarampo, vacina contra o sarampo e a rubéola e vacina contra a rubéola. As demais variáveis vacinais (número de doses e data da última dose) apresentaram elevados percentuais de não-preenchimento, assim como as variáveis exantema, febre e data de início do exantema. Houve inconsistência entre os sistemas, principalmente em relação às variáveis sobre antecedentes epidemiológicos, dados clínicos e conclusão do caso. Os dados do VigiFEx apresentaram melhor qualidade. CONCLUSÕES: É preciso avaliar rotineiramente os sistemas de informação de vigilância, imunização e laboratório para garantir a confiabilidade dos dados, de forma que possam embasar o planejamento de ações em saúde. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate and validate the information concerning measles and rubella from the Brazilian National Disease Notification System (BNDNS) (Sistema Nacional de Informação de Agravos de Notificação, or SINAN) for Campinas, a large city in the state of São Paulo, Brazil, using as a reference the data from a control system, the Syndromic Surveillance System for Fever and Exanthem (SSSFE) (Sistema de Vigilância Sindrômica de Febre e Exantema, or VigiFEx), which (mais) operated from May 2003 through June 2004. METHOD: In our study we compared: (1) annual data from BNDNS for the years 1999 through 2003 and (2) data from BNDNS and data from SSSFE for the period of June 2003 through May 2004. We analyzed the rate of completion for key fields (record number, date of notification, and city of notification) as well as for name of disease, date of first symptoms, name of patient, birth date and age, sex, city of residence, date of investigation, immunization history, presence of exanthem, date at start of exanthem, presence of fever, suspected cases among pregnant women, signs and symptoms, date of collection of first sample, results with the sample, virus isolation, final classification, criteria for confirmation/exclusion of cases, diagnosis of excluded patients, development of the case, and date of closure. The level of agreement between the recorded cases in the two data banks was also analyzed. RESULTS: From June 2003 through May 2004, 211 suspected cases of measles or rubella were identified in SSSFE and 275 in BNDNS. All the records had complete information concerning the three key fields. The rate of completion was also 100% for patient name, disease, and city of residence. The completion rate was higher than 95% for date of investigation, measles vaccine, measles and rubella vaccine, and rubella vaccine. A lower completion rate was found for other vaccination variables (number of doses and date of last dose) and for exanthem, fever, and date of start of exanthem. The two information systems were not completely consistent, particularly in terms of variables related to epidemiologic background, clinical data, and case closure. The quality of the SSSFE data was higher. CONCLUSIONS: Epidemiologic surveillance, immunization, and laboratory information systems need to undergo routine evaluation to ensure that the data are reliable and can support the planning of public health efforts.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Vacinas contra varicela e vacina quádrupla viral/ Varicella vaccines and measles, mumps, rubella, and varicella vaccine

Bricks, Lucia Ferro; Sato, Helena Keico; Oselka, Gabriel Wolf
2006-07-01

Resumo em português OBJETIVOS: Apresentar uma revisão atualizada sobre os estudos de eficácia, eventos adversos e esquema vacinal da vacina contra varicela e a nova apresentação combinada com a vacina contra sarampo, caxumba e rubéola. FONTES DOS DADOS: Revisão bibliográfica utilizando a base de dados MEDLINE e LILACS no período de 1999 a 2006. SÍNTESE DOS DADOS: A vacina contra varicela tem uma eficácia entre 70 a 90% contra a infecção e 95 a 98% de proteção contra as formas g (mais) raves. É uma vacina bem tolerada e pouco reatogênica. Após o seu licenciamento, foram comprovados apenas três casos de transmissão do vírus vacinal de pessoas previamente saudáveis para contatos domiciliares, que desenvolveram doença leve. Apesar das evidências de que a proteção conferida pela vacina pode diminuir com o passar dos anos, ainda não é possível afirmar que seja necessário, no momento, a aplicação de uma segunda dose, tendo em vista a exposição ao vírus selvagem. Após a vacinação universal, as chances de estímulo natural deverão diminuir, e muito provavelmente será necessário a aplicação de doses de reforço. Recentemente foi licenciada a vacina quádrupla viral, um produto combinado com a vacina contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela com elevadas taxas de soroconversão. CONCLUSÃO:A vacina contra varicela é recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) para as crianças a partir de 1 ano de idade. Esperamos que, em breve, a vacina quádrupla viral esteja disponível no Brasil, pois o uso de vacinas combinadas possibilita uma maior cobertura vacinal. Resumo em inglês OBJECTIVES: To present an up-to-date review of studies investigating the efficacy, adverse events and vaccination regimens of the varicella vaccine and the new presentation combined with the vaccine for measles, mumps and rubella. SOURCES OF DATA: Bibliographic review of the MEDLINE and LILACS databases covering the period 1999 to 2006 SUMMARY OF THE FINDINGS: The varicella vaccine protects 70 to 90% of immunized children against any form of varicella zoster infection, bu (mais) t the efficacy against severe forms is higher (95 to 98%). This is a well-tolerated vaccine that causes few reactions. Since the vaccine was licensed, there have been three confirmed cases of transmission of the vaccine virus by domestic contacts to previously healthy people, who went on to develop mild disease. Despite evidence that the protection offered by this vaccine can wane over a number of years, it is not yet possible to state that a second dose is warranted, bearing in mind exposure to wild virus. After universal vaccination the chances of natural stimulation should drop and it is very probable that booster doses will become necessary. A measles, mumps, rubella, and varicella vaccine has recently been licensed that combines vaccines for measles, mumps, rubella and varicella in a single product with high rates of seroconversion. CONCLUSIONS: The Brazilian Society of Pediatrics recommends the varicella vaccine for children from 1 year on. We hope that the measles, mumps, rubella, and varicella vaccine will soon be available in Brazil, since combined vaccines facilitate wider vaccination coverage.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Soroprevalência da rubéola na população urbana e rural de Guaratinguetá/ Seroprevalence of rubella in urban and rural populations, Guaratinguetá

Figueiredo, Cristina A.; Afonso, Ana M.S.; Curti, Suely P; Oliveira, Maria I; Souza, Luisa T.M.; Sato, Helena Keico; Azevedo, Raymundo S.
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar a prevalência de anticorpos para a rubéola na população de 15 a 39 anos no município de Guaratinguetá, São Paulo, SP. MÉTODOS: Neste estudo, 996 amostras foram colhidas após consentimento informado e esclarecido entre homens e mulheres na faixa etária de 15 a 39 anos. Os anticorpos da classe IgG foram detectados por ELISA usando kit comercial Rubenostika IgGII (Organon Teknika AS, Holland). As faixas etárias foram estratificadas em três ca (mais) tegorias: 15-19 anos; 20-29 anos e 30-39 anos. As análises estatísticas foram realizadas pelo software MINITAB versão 14.0 (Minitab Inc, EUA). RESULTADOS: A proporção de soros reagentes para anticorpos da classe IgG nas faixas etárias estudadas foram: 92,7% positivos de 15-19 anos; 82,4% de 20 a 29 anos e 90,7% de 30-39 anos com diferença significativa na proporção de soropositivos pela faixa etária ( p Resumo em inglês OBJECTIVE: To investigate seroprevalence of rubella antibodies in a 15 to 39 year old population in the municipal district of Guaratinguetá. METHODS: The 996 samples studied were collected in urban and rural zones, after informed and elucidated consent from men and women stratified by age (15 -39 years). Rubella IgG antibodies were detected by ELISA using the commercial kit Rubenostika IgGII (Organon Teknika THE, Holland). Age groups were stratified in 3 categories: 15-1 (mais) 9; 20-29 and 30-39 years of age. Statistical analyses were accomplished with the software MINITAB version 14.0 (Minitab Inc, USA). RESULTS: The proportion of seropositives for antibodies of the IgG class were: 92.7.% positive for 15-19 years; 82.4% for 20 to 29 years and 90.7% for 30-39 years, with a significant difference in the seropositive proportions by age group (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Resposta sorológica de adultos à vacinação contra a rubéola/ Serologic response in adults to vaccination for rubella

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.; Rácz, M. L.
1977-09-01

Resumo em português Foi estudada a resposta sorológica à vacinação contra a rubéola, por via subcutânea, com a cepa vacinal viva atenuada Wistar RA 27/3, num grupo de 30 professoras da rede municipal de ensino de São Paulo. Foram escolhidos, como participantes do grupo, indivíduos destituídos de imunidade contra a rubéola, tendo as dosagens de anticorpos inibidores da hemaglutinação e fixadores do complemento sido feitas em amostras de soro colhidas 10, 30, 90 e 180 dias após a (mais) vacinação. Tanto nas provas de inibição da hemaglutinação, como fixação do complemento, observou-se uma soro-conversão de 96,6%. Não se observaram quaisquer relações vacinais no grupo em estudo. Resumo em inglês The effect of Wistar RA 27/3 live attenuated rubella virus vaccine, given subcutaneously, was evaluated in 30 susceptible female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil. The serum samples, to be tested for hemagglutination-inhibiting (HI) and complement fixing (CF) antibodies, were collected 10, 30, 90 and 180 days after vaccination. Of the 30 susceptible adults who received the Wistar RA 27/3 vaccine, 96,6% showed seroconversion in the HI and CF tests. No unusual reactions occured.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Resposta sorológica de adultos à vacinação contra a rubéola/ Serologic response in adults to vaccination for rubella

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.; Rácz, M. L.
1977-09-01

Resumo em português Foi estudada a resposta sorológica à vacinação contra a rubéola, por via subcutânea, com a cepa vacinal viva atenuada Wistar RA 27/3, num grupo de 30 professoras da rede municipal de ensino de São Paulo. Foram escolhidos, como participantes do grupo, indivíduos destituídos de imunidade contra a rubéola, tendo as dosagens de anticorpos inibidores da hemaglutinação e fixadores do complemento sido feitas em amostras de soro colhidas 10, 30, 90 e 180 dias após a (mais) vacinação. Tanto nas provas de inibição da hemaglutinação, como fixação do complemento, observou-se uma soro-conversão de 96,6%. Não se observaram quaisquer relações vacinais no grupo em estudo. Resumo em inglês The effect of Wistar RA 27/3 live attenuated rubella virus vaccine, given subcutaneously, was evaluated in 30 susceptible female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil. The serum samples, to be tested for hemagglutination-inhibiting (HI) and complement fixing (CF) antibodies, were collected 10, 30, 90 and 180 days after vaccination. Of the 30 susceptible adults who received the Wistar RA 27/3 vaccine, 96,6% showed seroconversion in the HI and CF tests. No unusual reactions occured.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Reação de inibição da hemaglutinação para o vírus da rubéola: técnica simplificada/ Rubella hemagglutination-inhibition test: a simplified technique

Candeias, J. A. N.; Neira, Lucía; Rácz, M. L.; Candeias, Nelly M. F.
1978-12-01

Resumo em português A comparação dos resultados obtidos com uma técnica simplificada de inibição da hemaglutinação para o vírus da rubéola e a técnica padronizada pelo "Center for Disease Control", permitiu determinar índices de sensibilidade e especificidade da técnica simplificada em relação à técnica padrão de, respectivamente, 99,4% e 90,0%. Esta técnica pode facilitar a execução de levantamentos sorológicos para a rubéola em larga escala. Resumo em inglês A hemagglutination-inhibition test for rubella is described. In comparing the results obtained using this technique and the CDC standard rubella hemagglutination-inhibition test, the sensitivity and specificity indexes were, respectively, 99.4% and 90.0%. This technique should simplify mass screening of populations for immunity to rubella.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Reação de inibição da hemaglutinação para o vírus da rubéola: técnica simplificada/ Rubella hemagglutination-inhibition test: a simplified technique

Candeias, J. A. N.; Neira, Lucía; Rácz, M. L.; Candeias, Nelly M. F.
1978-12-01

Resumo em português A comparação dos resultados obtidos com uma técnica simplificada de inibição da hemaglutinação para o vírus da rubéola e a técnica padronizada pelo "Center for Disease Control", permitiu determinar índices de sensibilidade e especificidade da técnica simplificada em relação à técnica padrão de, respectivamente, 99,4% e 90,0%. Esta técnica pode facilitar a execução de levantamentos sorológicos para a rubéola em larga escala. Resumo em inglês A hemagglutination-inhibition test for rubella is described. In comparing the results obtained using this technique and the CDC standard rubella hemagglutination-inhibition test, the sensitivity and specificity indexes were, respectively, 99.4% and 90.0%. This technique should simplify mass screening of populations for immunity to rubella.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

RC-IAL: linhagem celular contínua de rim de coelho - características e substrato para replicação de vírus/ RC-IAL: rabbit kidney cell line - characteristics and substrate for viral multiplication

Cruz, Aurea Silveira; Figueiredo, Cristina Adelaide; Barbosa, Maria Luisa; Martinez, Clelia Helena de O.; Salles-Gomes, Luís Florêncio
1992-12-01

Resumo em português Uma linhagem celular de rim de coelho (denominada RC-IAL), que foi isolada em 1976, e que atualmente está na 150ª passagem, teve suas características analisadas. As células apresentaram morfologia semelhante aos fibroblastos desde o início de seu cultivo. A proporção de crescimento celular não se alterou desde seu isolamento, com uma eficiência de clonagem ao redor de 9%. A linhagem mostrou crescimento dependente de ancoragem, e a análise cromossômica apresento (mais) u o número modal da espécie com pequenas variações para mais ou menos um cromossomo, resultando uma somatória de 50%. Sua espécie de origem foi comprovada através da reação de imunofluorescência indireta e a susceptibilidade da linhagem a alguns vírus, com demonstração do efeito citopático, foi verificada com os vírus da vacínia, cowpox, herpes simples tipo 1 e 2 e da rubéola. Esse substrato celular está livre de contaminantes, satisfazendo assim, as condições para seu uso em trabalhos científicos, principalmente os relacionadas à saúde pública. Resumo em inglês A rabbit kidney cell line RC-IAL, isolated in 1976 and at apresent at 150ª passage, has had its characteristics analysed. The cells presented morphology similar to fibroblasto throughout their culture. The cellular growth proportion remained unaltered from its isolation, with a cloning efficiency of around 9%. The line showed growth dependent on anchorage and chromosomic analysis presented the modal number of the species with small variations to about one chromosome, to (mais) a total of about 50%. The line's species of origin was confirmed through indirect imunofluorescence reaction and susceptibility to some viruses with cytopatic effect was verified with vaccinia, cowpox, herpes simplex types 1 and 2 and rubella viruses. This cellular substract is free from contaminating agents, thus satisfying the conditions for its use in scientific work, especially that relating to public health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

RC-IAL: linhagem celular contínua de rim de coelho - características e substrato para replicação de vírus/ RC-IAL: rabbit kidney cell line - characteristics and substrate for viral multiplication

Cruz, Aurea Silveira; Figueiredo, Cristina Adelaide; Barbosa, Maria Luisa; Martinez, Clelia Helena de O.; Salles-Gomes, Luís Florêncio
1992-12-01

Resumo em português Uma linhagem celular de rim de coelho (denominada RC-IAL), que foi isolada em 1976, e que atualmente está na 150ª passagem, teve suas características analisadas. As células apresentaram morfologia semelhante aos fibroblastos desde o início de seu cultivo. A proporção de crescimento celular não se alterou desde seu isolamento, com uma eficiência de clonagem ao redor de 9%. A linhagem mostrou crescimento dependente de ancoragem, e a análise cromossômica apresento (mais) u o número modal da espécie com pequenas variações para mais ou menos um cromossomo, resultando uma somatória de 50%. Sua espécie de origem foi comprovada através da reação de imunofluorescência indireta e a susceptibilidade da linhagem a alguns vírus, com demonstração do efeito citopático, foi verificada com os vírus da vacínia, cowpox, herpes simples tipo 1 e 2 e da rubéola. Esse substrato celular está livre de contaminantes, satisfazendo assim, as condições para seu uso em trabalhos científicos, principalmente os relacionadas à saúde pública. Resumo em inglês A rabbit kidney cell line RC-IAL, isolated in 1976 and at apresent at 150ª passage, has had its characteristics analysed. The cells presented morphology similar to fibroblasto throughout their culture. The cellular growth proportion remained unaltered from its isolation, with a cloning efficiency of around 9%. The line showed growth dependent on anchorage and chromosomic analysis presented the modal number of the species with small variations to about one chromosome, to (mais) a total of about 50%. The line's species of origin was confirmed through indirect imunofluorescence reaction and susceptibility to some viruses with cytopatic effect was verified with vaccinia, cowpox, herpes simplex types 1 and 2 and rubella viruses. This cellular substract is free from contaminating agents, thus satisfying the conditions for its use in scientific work, especially that relating to public health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Prevalência de tripanossomíase americana, sífilis, toxoplasmose, rubéola, hepatite B, hepatite C e da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana, avaliada por intermédio de testes sorológicos, em gestantes atendidas no período de 1996 a 1998 no Hospital Universitário Regional Norte do Paraná (Universidade Estadual de Londrina, Paraná, Brasil)/ Prevalence of american trypanosomiasis, syphilis, toxoplasmosis, rubella, hepatitis B, hepatitis C, human immunodeficiency virus infection, assayed through serological tests among pregnant patients, from 1996 to 1998, of the Hospital Universitário Regional Norte do Paraná (Londrina State University, Paraná, Brazil)

Reiche, Edna Maria Vissoci; Morimoto, Helena Kaminami; Farias, Grazieli Nogueira; Hisatsugu, Kátia Regina; Geller, Lilian; Gomes, Ana Carolina Lima Frade; Inoue, Helena Yurika; Rodrigues, Gisele; Matsuo, Tiemi
2000-12-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a soroprevalência de tripanossomíase americana, sífilis, toxoplasmose, rubéola, hepatite B, hepatite C e infecção pelo vírus da imunodeficiência humana em gestantes atendidas no Hospital Universitário Regional Norte do Paraná, da Universidade Estadual de Londrina, Paraná, foi realizado estudo retrospectivo dos resultados dos testes sorológicos efetuados no período de junho de 1996 a junho de 1998. As taxas de positividade encontra (mais) das foram: 0,9% para tripanossomíase americana, 1,6% para sífilis, 67% (IgG) e 1,8% (IgM) para toxoplasmose, 89% (IgG) e 1,2% (IgM) para rubéola, 0,8% para hepatite B (AgHBs), 0,8% para hepatite C e 0,6% para infecção pelo vírus da imunodeficiência humana. Observou-se associação entre o aumento da soroprevalência de tripanossomíase americana com a idade das gestantes (p = 0,006). Os resultados reafirmam a importância da realização destes testes sorológicos no atendimento pré-natal, com a finalidade de realizar o diagnóstico e, eventualmente, adotar medidas para prevenir a transmissão congênita ou perinatal dessas doenças. Resumo em inglês In order to evaluate the seroprevalence of the american trypanosomiasis, syphilis, toxoplasmosis, rubella, hepatitis B infection, hepatitis C infection and human immunodeficiency virus infection among pregnant women attended at the Hospital Universitário Regional Norte do Paraná, Londrina State University, Paraná, a retrospective study of the serologic results performed in the prenatal routine during the period of June 1996 to June 1998 was carried out. The rates of se (mais) ropositivity were as follows: american trypanosomiasis = 0.9%, syphilis = 1.6%, toxoplasmosis = 67% (IgG) and 1.8% (IgM), rubella = 89% (IgG) and 1.2% (IgM), hepatitis B surface antigen = 0.8%, hepatitis C virus = 0.8% and human immunodeficiency virus infection = 0.6%. An association between the increase in the seroprevalence of Chagas' disease and patient age was detected (p=0.006). The results underscore the importance of the serological tests in perinatal care, to prevent both the congenital and perinatally transmitted forms of theses infectious diseases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Inquérito sorológico para a rubéola em professoras do município de São Paulo, Brasil/ Serum inquiry for rubella in schoolteachers in the city of S. Paulo, Brazil

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.
1974-12-01

Resumo em português Estudou-se a distribuição etária de anticorpos inibidores da hemaglutinação para o vírus da rubéola em 415 soros de professoras de 27 parques infantis e 75 escolas municipais, da rede municipal de ensino de São Paulo. Deste total, 67,9% dos soros apresentavam títulos iguais ou superiores a 8, considerados como indicativos da presença de imunidade. Não se observaram diferenças significativas entre os diversos grupos etários estudados, relativamente à distribu (mais) ição dos porcentuais de positividade. A distribuição porcentual dos títulos de anticorpos inibidores da hemaglutinação foi de 32,1% para títulos menores do que 8, 29,3% para título 8, 18,1% para título 16, 12,1% para título 32 e 8,4% para títulos iguais ou superiores a 64. De 35 soros com títulos iguais ou superiores a 64, após tratamento com 2-mercapto-etanol, 4 sofreram uma redução significativa do título. São feitas algumas considerações sobre os riscos de infecção a que estão sujeitas as professoras e sugere-se, entre os requisitos exigidos para a admissão das mesmas nas redes oficiais e particulares de ensino, o diagnóstico sorológico da rubéola, bem como o estabelecimento de um serviço de vacinação, devidamente controlado. Resumo em inglês The sera of 415 female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil, were tested for rubella hemagglutination-inhibiting antibodies. Antibodies to rubella virus were found in 67.9%. Of these, 59.5% had titers ranging from 1:8 to 1:32 and 8.4% had titers of 1:64 and higher. No significant differences were observed between age-groups. Four of 35 sera with titers of 1:64 and higher showed reduction in the hemagglutination-inhibiting antibo (mais) dy titer after treatment with 2 ME, a sulphydryl-reduction compound wich breaks down IgM immunoglobulins. Some comments are presented on the necessity of developing programs of routine tests for the continuing assessment of the susceptibility of schoolteachers to rubella infection and vaccination, provided adequate precautions are followed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Inquérito sorológico para a rubéola em professoras do município de São Paulo, Brasil/ Serum inquiry for rubella in schoolteachers in the city of S. Paulo, Brazil

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.
1974-12-01

Resumo em português Estudou-se a distribuição etária de anticorpos inibidores da hemaglutinação para o vírus da rubéola em 415 soros de professoras de 27 parques infantis e 75 escolas municipais, da rede municipal de ensino de São Paulo. Deste total, 67,9% dos soros apresentavam títulos iguais ou superiores a 8, considerados como indicativos da presença de imunidade. Não se observaram diferenças significativas entre os diversos grupos etários estudados, relativamente à distribu (mais) ição dos porcentuais de positividade. A distribuição porcentual dos títulos de anticorpos inibidores da hemaglutinação foi de 32,1% para títulos menores do que 8, 29,3% para título 8, 18,1% para título 16, 12,1% para título 32 e 8,4% para títulos iguais ou superiores a 64. De 35 soros com títulos iguais ou superiores a 64, após tratamento com 2-mercapto-etanol, 4 sofreram uma redução significativa do título. São feitas algumas considerações sobre os riscos de infecção a que estão sujeitas as professoras e sugere-se, entre os requisitos exigidos para a admissão das mesmas nas redes oficiais e particulares de ensino, o diagnóstico sorológico da rubéola, bem como o estabelecimento de um serviço de vacinação, devidamente controlado. Resumo em inglês The sera of 415 female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil, were tested for rubella hemagglutination-inhibiting antibodies. Antibodies to rubella virus were found in 67.9%. Of these, 59.5% had titers ranging from 1:8 to 1:32 and 8.4% had titers of 1:64 and higher. No significant differences were observed between age-groups. Four of 35 sera with titers of 1:64 and higher showed reduction in the hemagglutination-inhibiting antibo (mais) dy titer after treatment with 2 ME, a sulphydryl-reduction compound wich breaks down IgM immunoglobulins. Some comments are presented on the necessity of developing programs of routine tests for the continuing assessment of the susceptibility of schoolteachers to rubella infection and vaccination, provided adequate precautions are followed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Inquérito sorológico de rubéola na era pré-vacinação, em creches, escolas e maternidades de Fortaleza (Brasil)/ Serologic survey of rubella in the pre-vaccine era in child-care centers, schools and maternity units of Fortaleza

Rey, Luís C.; Barbosa, Luiza M.M.; Osterno, Carmen L.; Ramalho, Isabel L.C.; Vilar, Dina C.L.F.; Memória, Ângela M.F.; Vieira, Lúcia C.; Gonçalves, Valéria F.
2000-11-01

Resumo em português Objetivo: Identificar a prevalência de rubéola em diversas idades e grupos populacionais e a suscetibilidade de mulheres gestantes e puérperas segundo idade, número de filhos e aborto espontâneo. Métodos: Estudo transversal de tipo inquérito sorológico. Pré-escolares e escolares foram selecionados em creches e escolas públicas distribuídas por distritos sanitários de Fortaleza. As gestantes e puérperas saudáveis foram recrutadas em duas grandes maternidades (mais) e três ambulatórios públicos de pré-natal. Indivíduos previamente vacinados e portadores de doenças crónicas ou agudas foram excluídos. Foi obtido consentimento escrito de todos os participantes ou responsáveis. Para detecção qualitativa de IgG sérica anti-rubéola utilizou-se o método de Elisa-indireto. Resultados: As soroprevalências médias por idade de 999 amostras foram 2 a 5 anos = 59% (136/23l); 6 a 9 anos = 53% (109/204); 10 a 19 anos = 56% (243/432); e 20 a 39 anos = 80% (106/132). A idade média de 187 gestantes e puérperas foi de 23 anos (10-39) com soroprevalência de 76% (142/187), 62% no grupo de 15-19 anos e 83% no grupo de 26-39 anos. Uma maior soroprevalência esteve associada à maior idade materna (p Resumo em inglês Objectives: To identify rubella prevalence in different ages and population groups and rubella susceptibility of pregnant and post-partum women according to age, number of children and spontaneous abortion. Methods: Cross-sectional study of sero-survey type. Children and students were selected in day-care centers and schools distributed by health districts of Fortaleza. Pregnant and postpartum healthy women were recruited in two large maternity units and three antenatal c (mais) linics; individuals previously vaccinated and presenting chronic or acute diseases where excluded. Written consent was obtained from participants or their caretakers. Anti-rubella IgG qualitative detection was performed with an Elisa-sandwich assay. Results: Mean age-specific sero-prevalence rates of 999 samples 2 to 5 years = 59% (136/23l); 6 to 9 years = 47% (95/204); 10 to 19 years = 56% (243/432) and 20 lo 39 years = 80% (106/132). The mean age of 187 pregnant and postpartum women was 23 years (10-39) with a sero-prevalence of 76% (142/187), where 62% sero-positives aged 15 to 19 and 83% aged 26 to 39 years. A higher sero-prevalence was related to women’s age (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Inquérito de cobertura vacinal: avaliação empírica da técnica de amostragem por conglomerados proposta pela Organização Mundial da Saúde/ Immunization coverage survey: empirical assessment of the cluster sampling method proposed by the World Health Organization

Barata, Rita Barradas; Moraes, José Cássio de; Antonio, Paulo Rogério Affonso; Dominguez, Margaret
2005-03-01

Resumo em português OBEJETIVO: Analisar a representatividade da amostra e a precisão das estimativas obtidas com o uso da metodologia por conglomerados (30 por 7) proposta pela Organização Mundial da Saúde mediante sua aplicação em inquéritos de cobertura vacinal realizados em Diadema e São Caetano do Sul, Estado de São Paulo, Brasil, em 2000. MÉTODO:A representatividade das amostras foi avaliada através da comparação entre os setores censitários sorteados para os inquéritos e (mais) os demais setores nos dois municípios em termos de características sociodemográficas (estrutura etária da população, escolaridade, proporção de famílias chefiadas por mulheres, renda mensal do chefe de família e condições de saneamento). A precisão das estimativas de cobertura pelas vacinas do esquema básico de vacinação (BCG; difteria, coqueluche e tétano, ou DPT; poliomielite; hepatite B; sarampo; e sarampo, caxumba e rubéola, ou tríplice viral) foi analisada através das medidas de efeito do desenho e amplitude dos intervalos de confiança. A precisão foi considerada como satisfatória quando o efeito do desenho foi inferior a 2,0 e a amplitude dos intervalos de confiança foi inferior a 10%. RESULTADOS: Em ambos os municípios, a comparação entre os setores sorteados e não sorteados mostrou distribuições semelhantes para as variáveis socioeconômicas e demográficas. Quanto à precisão das estimativas, tanto em Diadema quanto em São Caetano do Sul o efeito do desenho foi inferior a 2,0 para todas as vacinas. Em Diadema, os intervalos de confiança foram inferiores a 10% para todas as vacinas, com exceção da tríplice viral. Em São Caetano do Sul, como as crianças incluídas no inquérito representaram 89% da amostra prevista, a amplitude dos intervalos de confiança foi um pouco maior do que 10% para a vacina contra a poliomielite (10,3%), para a vacina contra o vírus da hepatite B (11,8%), para a vacina contra o sarampo (10,4%), para a tríplice viral (12,9%) e para o esquema completo (11,2%). CONCLUSÃO: O método de inquérito de cobertura vacinal proposto pela Organização Mundial da Saúde é capaz de fornecer dados representativos da população, desde que os procedimentos metodológicos de seleção da amostra sejam rigorosamente seguidos no campo. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess sample representativeness and the precision of estimates of immunization coverage obtained with the 30 by 7 cluster sampling method proposed by the World Health Organization, by applying the method to determine immunization coverage in two municipalities (Diadema and São Caetano do Sul) in the state of São Paulo, Brazil, in 2000. METHOD: The representativeness of the samples was determined by comparing the census sectors picked by lot for the survey (mais) ed sectors and for the nonsurveyed sectors in both municipalities, in terms of socioeconomic and demographic characteristics (age distribution of the population, schooling, proportion of households headed by a women, monthly income of household head, and sanitary conditions of the home (piped-in water, connected to the sewer system)). The precision of the coverage estimates for the vaccines in the basic immunization schedule-BCG; diphtheria, pertussis, and tetanus (DPT); poliomyelitis; hepatitis B; measles; and measles, mumps, and rubella (MMR)-was determined by calculating the design effect and the width of the confidence intervals. Precision was considered to be satisfactory if the design effect was below 2.0 and the confidence interval width was below 10%. RESULTS: In both municipalities the comparison between the surveyed and nonsurveyed sectors showed a similar distribution in terms of socioeconomic and demographic variables. Concerning the precision of the estimates, the design effect was below 2.0 for all the vaccines, both in São Caetano do Sul and Diadema. In Diadema, the confidence interval width was below 10% for all the vaccines, except for MMR (10.1%). In São Caetano do Sul, only 89% of the expected sample were included, so the width of the confidence interval was slightly above 10% for the poliomyelitis vaccine (10.3%), the hepatitis B vaccine (11.8%), the mumps vaccine (10.4%), the MMR (12.9%), and the complete schedule (11.2%). CONCLUSION: The cluster sampling method proposed by the World Health Organization produces representative data as long as the methodological procedures for selecting the sample are rigorously followed in the field.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Freqüência de sarampo, rubéola, dengue e eritema infeccioso entre casos suspeitos de sarampo e rubéola no estado de Pernambuco, no período de 2001 a 2004/ Frequency of measles, rubella, dengue and erythema infectiosum among suspected cases of measles and rubella in the State of Pernambuco between 2001 and 2004

Oliveira, Maria José Couto; Cordeiro, Marli Tenório; Costa, Fabianni Menezes; Murakami, Gabriela; Silva, Ana Maria Sinício da; Travassos, Risalva Correia; Magalhães, Vera
2008-08-01

Resumo em português O estudo teve como objetivo verificar a freqüência de sarampo, rubéola, dengue e eritema infeccioso entre casos suspeitos de sarampo e rubéola, no estado de Pernambuco, Brasil. Foram testadas 1.161 amostras de soro coletadas no período de 2001 a 2004, para as quatro viroses, utilizando-se ensaios imunoenzimáticos para detecção de anticorpos IgM. Desse total, 276 (23,8%) amostras foram positivas para uma das quatro viroses analisadas. Foram detectados 196 (16,9%) c (mais) asos positivos para dengue, 38 (3,3%) para eritema infeccioso (parvovírus B19), 32 (2,8%) para rubéola e 10 (0,9%) para sarampo. Entre os casos suspeitos de sarampo e rubéola, a infecção pelo vírus dengue foi a mais freqüente, seguida pelo parvovírus B19. A semelhança de manifestações clínicas entre as doenças exantemáticas contribui para dificultar o diagnóstico de sarampo, rubéola, dengue e eritema infeccioso, quando observados apenas os critérios clínicos. Deve-se salientar que os quatro testes utilizados foram insuficientes para diagnosticar 76,2% das doenças febris exantemáticas notificadas. Este é o primeiro estudo que evidencia a circulação de parvovírus B19 humano em Pernambuco. Resumo em inglês This study had the aim of investigating the frequency of measles, rubella, dengue and erythema infectiosum among suspected cases of measles and/or rubella in the state of Pernambuco, Brazil. A total of 1,161 serum samples collected between 2001 and 2004 were tested for these four viral diseases, using enzyme immunoassays to detect IgM antibodies. Out of this total, 276 (23.8%) samples were positive for one of the four viral diseases analyzed. There were 196 positive cases (mais) (16.9%) for dengue, 38 (3.3%) for erythema infectiosum (parvovirus B19), 32 (2.8%) for rubella and 10 (0.9%) for measles. Among the suspected cases of measles and rubella, dengue infection was the most frequent, followed by parvovirus B19. The similarity of the clinical manifestations among rash diseases contributes towards making it difficult to diagnose measles, rubella, dengue and erythema infectiosum on clinical grounds alone. It must be emphasized that the four tests used were insufficient for diagnosing 76.2% of the febrile and rash diseases notified. This is the first study bringing evidence of human parvovirus B19 circulation in Pernambuco.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Freqüência das infecções pelo HIV-1, rubéola, sífilis, toxoplasmose, citomegalovírus, herpes simples, hepatite B, hepatite C, doença de Chagas e HTLV I/II em gestantes, do Estado de Mato Grosso do Sul/ Frequency of HIV-1, rubella, syphilis, toxoplasmosis, cytomegalovirus, simple herpes virus, hepatitis B, hepatitis C, Chagas’ disease and HTLV I/II infection in pregnant women of State of Mato Grosso do Sul

Figueiró-Filho, Ernesto Antonio; Senefonte, Flávio Renato de Almeida; Lopes, Alessandro Henrique Antunes; Morais, Orlando Oliveira de; Souza Júnior, Virgílio Gonçalves; Maia, Tamara Lemos; Duarte, Geraldo
2007-04-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar a freqüência das infecções por sífilis, rubéola, hepatite B, hepatite C, toxoplasmose, doença de Chagas, HTLV I/II, herpes simples, HIV-1 e citomegalovírus em gestantes e relacionar a faixa etária das pacientes com a freqüência das infecções. Estudo transversal de 32.512 gestantes submetidas à triagem pré-natal no período de novembro de 2002 a outubro de 2003. As freqüências encontradas foram de 0,2% para infecção pelo vírus HIV-1 (mais) , 0,03% para rubéola, 0,8% para sífilis, 0,4% para toxoplasmose, 0,05% para infecção aguda pelo citomegalovírus, 0,02% pelo vírus herpes simples, 0,3% para hepatite B (HBsAg), 0,1% para hepatite C, 0,1% para HTLV I/II e 0,1% para doença de Chagas. Houve associação significativa entre faixa etária e infecções por rubéola, citomegalovírus, doença de Chagas e herpes vírus. As freqüências de rubéola, sífilis, toxoplasmose, doença de Chagas e citomegalovírus nas gestantes encontram-se abaixo dos valores descritos na literatura. Resumo em inglês It was aimed to estimate the frequency of syphilis, rubella, hepatitis B, hepatitis C, toxoplasmosis, Chagas’ disease, HTLV I/II, simple herpes virus, HIV-1 and cytomegalovirus in pregnant women and to evaluate the relationship between age and the frequency of the infections studied. A transversal study of 32,512 pregnant women submitted to pre-natal sreening in the period of November 2002 to October 2003. The frequency of the tried infections among the pregnant women we (mais) re 0.2% of HIV-1, 0.03% of rubella, 0.8% of syphilis, 0.4% of toxoplasmosis, 0.05% of cytomegalovirus, 0.02% of simple herpes virus, 0.3% of HBsAg, 0.1% of hepatitis C, 0.1% of HTLV and 0.1% of Chagas’ disease. There was significative statistical association between age and prenatal infection of rubella, cytomegalovirus, Chagas’ disease and herpes virus. The rates of frequency of rubella, syphilis, toxoplasmosis, Chagas’ disease and cytomegalovirus in pregnant women studied were lower than the compared rates.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Facectomia na infância: quem são nossos pacientes?/ Phakectomy in childhood: who are our patients?

Santhiago, Marcony Rodrigues de; Gomes, Beatriz de Abreu Fiúza; Kara-José Junior, Newton; Silva, Noêmia Peixoto da; Navarrete, Carlos Patrício; Crema, Armando Stefano; Yamane, Yoshifume; Meirelles, Sergio Henrique Sampaio
2009-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar o perfil dos pacientes até 10 anos de idade, submetidos à facectomia no setor de catarata do Hospital da Piedade, determinando as principais indicações, perfil sócioeconômico e características pré-natais nos casos relevantes. MÉTODOS: Foram analisados retrospectivamente, os dados de 60 pacientes com até 10 anos de idade, submetidos à lensectomia, dentro do período de janeiro de 2006 a dezembro de 2007. Todas as cirurgias foram realizadas no (mais) setor de catarata do Hospital da Piedade, pelo mesmo cirurgião. Os responsáveis pelas crianças foram submetidos a questionário. RESULTADOS: Dos 60 pacientes, 25 eram do sexo feminino (42 %) e 35 do sexo masculino (58 %). 42 pacientes (70%) apresentavam o diagnóstico de catarata congênita, 8 (13%) tinham subluxação de cristalino e 10 (17%) foram submetidos à lensectomia devido à baixa da acuidade visual associada à catarata traumática. Entre as mães dos pacientes com catarata congênita, 40 (95%) realizaram pré natal com mais de 5 consultas, destas 9 mães (22,5%) foram infectadas pelo vírus da rubéola durante a gestação. Nos casos referentes à subluxação todos os 8 apresentavam síndrome de Marfan. Os 10 casos de trauma foram em meninos. CONCLUSÕES: Foi possível verificar que a grande maioria de nossos pacientes submetidos à facectomia apresentava catarata congênita e um número relevante dos casos encontrava-se ainda relacionado à rubéola. É fundamental diminuir o tempo entre a suspeita diagnóstica e o atendimento especializado, favorecendo o prognóstico visual dessas crianças. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the profile of the patients who were submitted to phakectomy at the cataract service of the Hospital da Piedade, under the age of 10 years old, evaluating the main indications, the socioeconomic and gestational profiles in the relevant cases. METHODS: Data of 60 patients under the age of 10 years old submitted to lensectomy, were retrospectively analyzed, during the period between January of 2006 and December of 2007. All the surgeries were performed (mais) at the cataract service of the Hospital da Piedade, by the same surgeon. RESULTS: Of the 60 patients, 25 were female (42%) and 35 were male (58 %). 42 patients (70%) had the diagnostic of congenital cataract, 8 (13%) had subluxated lens and 10 (17%) had lensectomy for traumatic cataract. Considering congenital cataract patient's mothers, 40 (95%) underwent prenatal exams with more than 5 appointments, 9 (22.5%) of them were infected by rubella virus during the pregnancy. In subluxation cases, 8 had Marfan's syndrome. 10 cases of trauma occurred in boys. CONCLUSION: It was possible to verify that the majority of our patients submitted to phakectomy had congenital cataract and there is an important number of cases that still associated to rubella. Decreasing time since the suspect until the specialized consultation, will improve the visual prognosis of the children.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Eventos adversos pós-vacinais e resposta social/ Vaccine adverse events and social response

Martins, Reinaldo Menezes; Maia, Maria de Lourdes de Souza
2003-01-01

Resumo em português A grande maioria das polêmicas públicas relativas a hipotéticos malefícios provocados pelas vacinas é extensão de controvérsias e discussões que surgem no próprio meio médico. Exemplos são os malefícios do mercúrio contido em várias vacinas, como a tríplice viral (MMR), provocando doença inflamatória intestinal e autismo; a vacina contra hepatite B e esclerose múltipla; o vírus SV40 em vacinas contra poliomielite e câncer; a transcriptase reversa em c� (mais) �lulas de embrião de pinto e riscos de infecção por retrovírus; vacinas como causa de asma, diabetes insulino-dependente. Em algumas situações houve nítido prejuízo para a saúde da população, como aconteceu na Inglaterra após noticiários alarmantes sobre os riscos da vacina tríplice DTP na década de 1970 e, mais recentemente, com a vacina tríplice viral, contra sarampo, caxumba e rubéola, também na Inglaterra, e a vacina contra hepatite B, na França. Além disso, grupos ativistas contrários à vacina veiculam notícias alarmantes através dos meios de comunicação, especialmente pela Internet. Beneficiam-se dessa situação pessoas e advogados que, com ou sem fundamento científico para as suas alegações, buscam indenizações milionárias, o que tem causado malefícios para a população, principalmente em países como os Estados Unidos, pelo aumento no custo das vacinas, para fazer frente aos processos judiciais, e pela desistência de produção por várias empresas, contribuindo para crises de disponibilidade das vacinas. O Programa Nacional de Imunizações do Brasil tem tido êxito em lidar com os aspectos públicos dos eventos adversos, através da capacitação dos profissionais de saúde que atuam no setor, tanto nos aspectos técnicos como na comunicação social. Resumo em inglês Most public debate surrounding the hypothetical adverse effects of vaccines is an extension of the polemics, controversies, and discussions that have arisen within the medical field itself. Examples include the adverse effects of the mercury contained in a number of vaccines, such as the one against measles-mumps-rubella (MMR), which can cause inflammatory bowel disease and autism; the link between the hepatitis B vaccine and multiple sclerosis; the polio vaccine, the SV4 (mais) 0 virus, and cancer; reverse transcriptase in chicken embryo cells and the risk of infection by retrovirus; and vaccines as a cause of asthma and insulin-dependent diabetes. In some cases, the public health has clearly been harmed-in England, for instance, when alarming reports circulated about the risks of the DTP vaccine in the 1970s or, more recently, involving the MMR vaccine, likewise in England, and the vaccine against hepatitis B, in France. Groups of activists against vaccines have also spread alarming stories through the media, especially the internet. The ones who gain from this situation are the people and lawyers who sue for millions in damages, whether or not their allegations have any scientific basis. This has brought further problems for the public at large, especially in countries like the United States, with the cost of vaccines rising to cover the cost of lawsuits and with a number of companies halting their vaccine production, thus contributing to crises of vaccine availability. Brazil's National Immunization Program has been successful in dealing with the public aspects of adverse events by training the health professionals working in this sector, not just in technical aspects but also in social communication.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Etiologia de exantema em crianças em uma área endêmica de dengue/ Etiology of exanthema in children in a dengue endemic area

Campagna, Delmina de S.; Miagostovich, Marize P.; Siqueira, Marilda M.; Cunha, Rivaldo V. da
2006-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar a etiologia dos casos de exantema com ou sem febre em crianças atendidas no pronto-socorro de um hospital de uma zona endêmica para dengue. MÉTODOS: No período de 21/09/2001 a 20/09/2002, foram inscritas no estudo 95,9% (71/74) das crianças atendidas no pronto-socorro do Hospital Universitário de Campo Grande (MS) que apresentassem exantema (percentual de recusa de 4,1%). Após preenchimento do protocolo com os dados das crianças, as mesmas foram (mais) submetidas a exame físico seguido da coleta de amostras de sangue para realizar hemograma com contagem de plaquetas e sorologias (IgM e IgG); inicialmente para dengue, rubéola e toxoplasmose e, posteriormente, naqueles casos com resultado negativo, realizou-se sorologia para parvovirose, herpes vírus tipo 6 e sarampo. RESULTADOS: O diagnóstico laboratorial foi confirmado através da pesquisa de anticorpo IgM em 88,7% dos casos investigados: dengue (77,5%), herpes vírus tipo 6 (8,4%), parvovirose (2,8%) e diagnóstico inconclusivo em oito pacientes (11,3%). Não foi evidenciada sorologia positiva (IgM) para sarampo, rubéola ou toxoplasmose naquela ocasião. As manifestações clínicas mais freqüentes nos pacientes com dengue foram: febre, prurido, prostração, mialgia e prova do laço positiva. Nos pacientes cujo diagnóstico foi dengue, a prova do laço foi positiva em 58,4% (32/55) dos casos, demonstrando diferença estatisticamente significativa quando comparada com o grupo cujo diagnóstico não foi dengue. CONCLUSÕES: Nas crianças com exantema, dengue pode ser a principal enfermidade causal, atentando-se para a epidemiologia do local. É necessário um controle constante da vigilância epidemiológica e sorológica das doenças exantemáticas. Resumo em inglês OBJECTIVE: To study the etiology of exanthema cases, with or without fever, in children seen in the emergency room of a hospital located in a region where dengue is endemic. METHODS: Enrollment took place between 21/09/2001 and 20/09/2002 and included 95.9% (71/74) of children presenting with exanthema at the emergency room of the Hospital Universitário de Campo Grande, MS (4.1% refusals). After the children had had their details taken and entered on the study protocol, (mais) they were subjected to physical examination followed by collection of blood samples for blood testing with platelet counts and serology (IgM and IgG); initially for dengue, rubella and toxoplasmosis and then, in negative cases, serology was also run for parvovirus, herpes virus type 6 and measles. RESULTS: Laboratory diagnoses were confirmed by means of IgM antibody assay in 88.7% of the cases investigated: dengue (77.5%), herpes virus type 6 (8.4%), parvovirus (2.8%) and in eight patients diagnosis was inconclusive (11.3%). On this occasion no positive serology (IgM) was observed for measles, rubella or toxoplasmosis. The most common clinical manifestations among the dengue patients were: fever, itching, prostration, myalgia and positive tourniquet test results. In 58.4% (32/55) of those cases diagnosed with dengue, the tourniquet test was positive, which was a statistically significant difference when compared with the remainder of the sample. CONCLUSIONS: When children present with exanthema, it is possible that dengue is the primary causative disease, depending on the epidemiology of the location. Constant control of epidemiological and serological surveillance of exanthematous diseases is necessary.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Doenças exantemáticas e primeira epidemia de dengue ocorrida em Manaus, Amazonas, no período de 1998-1999/ Exanthematous diseases and the first epidemic of dengue to occur in Manaus, Amazonas State, Brazil, during 1998-1999

Figueiredo, Regina Maria Pinto De; Thatcher, Bedsy Dutary; Lima, Mário Lira de; Almeida, Tânia Carvalho; Alecrim, Wilson Duarte; Guerra, Marcus Vinitius de Farias
2004-12-01

Resumo em português Em 1998, a Fundação de Medicina Tropical/Instituto de Medicina Tropical do Amazonas implementou o sistema de vigilância para síndromes febris agudas indiferenciadas, com o propósito de manter vigilância ativa e passiva na Amazônia Ocidental, Brasil, permitindo identificar e diagnosticar os agentes etiológicos causadores de febres agudas. O diagnóstico foi realizado através de estudos sorológicos para a detecção de anticorpos IgM, utilizando-se técnicas de EL (mais) ISA (Enzyme-linked-immunosorbent assay) e kits ELISA comerciais. Foram analisadas 8.557 amostras de soros de pacientes com suspeita clínica de dengue, 40% dos soros foram ELISA positivos para o vírus da dengue e 26% dos soros foram ELISA positivos para outras doenças exantemáticas virais como rubéola, sarampo, parvovírus, oropouche e mayaro. Resumo em inglês In 1998, the FMT/IMT-AM foundation implemented the surveillance system to diagnose acute undifferentiated febrile syndromes, with the objective of active and passive surveillance in Brazilian western Amazonian rainforest to identify and diagnose the etiologic agents of acute fever. The diagnoses were performed using serological tests to detect IgM antibodies by ELISA (Enzyme-linked-immunosorbent assay) CDC/OPAS or using commercial kits. A total of 8,557 serum samples obta (mais) ined from patients with clinical suspicion of dengue virus were analyzed. ELISA positive reaction to dengue virus was presented by 40% of the serum samples and 26% of the serum samples had positive ELISA reactions to other exanthematous viral diseases, such as rubella, measles, parvovirus, Oropouche virus and Mayaro virus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Colestase neonatal prolongada: estudo prospectivo/ Prolonged neonatal cholestasis: a prospective study

PRADO, Elizabeth Teixeira Mendes Livramento; ARAUJO, Maria de Fátima; CAMPOS, José Vicente Martins
1999-12-01

Resumo em português Em razão da urgência de se decidir por um tratamento clínico ou por uma intervenção cirúrgica imediata, o estudo da colestase neonatal prolongada envolve dois objetivos básicos: o diagnóstico diferencial entre atresia biliar e hepatite neonatal e a pesquisa dos agentes etiológicos associados. Desta maneira, através de estudo prospectivo desenvolvido na década de 1970, foram avaliadas 77 crianças portadoras de colestase neonatal prolongada para estabelecer o di (mais) agnóstico diferencial entre atresia biliar e hepatite neonatal e, numa segunda fase, 108 crianças, visando esclarecer a etiopatogenia da colestase neonatal prolongada. Os resultados do diagnóstico diferencial revelaram que, dos 18 atributos avaliados, apenas oito mostraram-se bons indicadores de atresia biliar, em ordem decrescente: ductos proliferados (espaço-porta), fibrose (espaço-porta), colestase (espaço-porta), cor das fezes -- acolia, hepatomegalia, colestase canalicular (lóbulo), infiltrado (espaço-porta), células gigantes (lóbulo). Estes oito atributos foram então compostos, mediante uma ponderação, em um único indicador de grande poder discriminativo, capaz de decidir o diagnóstico diferencial em 99% dos casos. Quanto à etiopatogenia, registrou-se: vírus rubéola 0%, vírus herpes simples 0%, listeriose 0%, citomegalovirose 2,2%, vírus hepatite B 2,4%, toxoplasmose 2,8%, deficiência de alfa-1-antitripsina 13,1%, sífilis 21,1 %, auto-anticorpos hepáticos 58,4%. O trabalho desenvolvido mostra que as 8 variáveis mais decisivas, como indicadoras diferenciais entre atresia biliar e hepatite neonatal, permanecem como índices fundamentais, auxiliando, em conjunto com novos métodos diagnósticos, na composição de uma estratégia multifatorial cada vez menos invasiva e mais precisa. O estudo da etiopatogenia, dependente das condições epidemiológicas locais e da época, com a introdução de novos métodos diagnósticos, torna-se atualmente cada vez mais completo e abrangente, evoluindo para a ideal diminuição progressiva dos processos idiopáticos. Resumo em inglês Due to the urgency in choosing either clinical treatment or immediate surgical intervention, the study of the prolonged neonatal cholestasis involves two basic aims: the differential diagnosis between biliary atresia and neonatal hepatitis and the research into the associated etiological agents. So, in a prospective trial carried out in the 70´s, 77 children with prolonged neonatal cholestasis were studied in order to establish the differential diagnosis between biliary (mais) atresia and neonatal hepatitis, followed by the evaluation of 108 children towards a pathogenesis of the prolonged neonatal cholestasis. The results of the differential diagnosis showed that within 18 items examined only 8 proved to be good biliary atresia indicators. They are as follows (in decreasing order): ductular proliferation (portal tracts), fibrosis (portal tracts), cholestasis (portal tracts), stools colour -- acholia, hepatomegaly, canalicular cholestasis (lobule), infiltrate (portal tracts), giant cells (lobule). These eight items were then gathered in a sole indicator of great discriminative power, with a confidence level of 99%. The figures regarding the pathogenesis are: rubella virus 0%, herpes simplex virus 0%, listeriosis 0%, cytomegalovirus 2.2%, hepatitis B virus 2.4%, toxoplasmosis 2.8%, alpha-1-antitrypsin deficiency 13.1%, syphilis 21.1%, autoantibodies against the liver 58.4%. Such work thus revealed that those eight most important factors when differentiating biliary atresia from neonatal hepatitis remain as fundamental indicators and, when employed alongside other diagnostic methods, can help in the assembling of a multifactorial strategy less and less invasive and more precise. The pathogenic study, with its heavy dependency on time and place, has become more complete with the introduction of new diagnostic methods, evolving to the ideal progressive reduction of idiopathic processes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Avaliação do estado imune de mulheres em idade reprodutiva em relação ao vírus da rubéola/ Evaluation of the immune status of women in reproductive age regarding rubella virus

Fonseca, Sylvia Maria Dantas; Dantas, Valéria Cristina Ribeiro; Dantas, Marianna Toscano; Fernandes, José Veríssimo
1999-06-01

Resumo em português Objetivo: avaliar o estado imune de mulheres em idade reprodutiva, em relação ao vírus da rubéola. Métodos: foram analisadas alíquotas de soros de 2.243 mulheres na faixa etária dos 15 aos 45 anos (média de 26 anos), residentes na área urbana de Natal, RN, para avaliação do estado imune em relação ao vírus da rubéola. Do total das mulheres examinadas, 1.170 (52,1%) eram gestantes e 1.073 (47,9%) não-gestantes. Foi pesquisada a presença de anticorpos das c (mais) lasses IgM e IgG no soro de todas as pacientes, empregando-se a técnica de ELISA em fase sólida, revelada mediante fluorescência (ELFA). Resultados: do total das pacientes analisadas, 1.632 se apresentaram imunes e 611 se mostraram suscetíveis ao vírus da rubéola. Os índices médios de imunidade e de suscetibilidade observados nos 4 anos estudados foram 73,0 e 27,0% respectivamente. No grupo das mulheres consideradas suscetíveis, 14,5% não apresentaram qualquer sinal da presença de anticorpos contra o vírus da rubéola, 7,7% apresentaram anticorpos da classe IgM isoladamente e em 4,8% delas foi detectada a presença simultânea de anticorpos IgM e IgG. Conclusão: os achados revelaram que uma parcela significativa da população feminina de Natal, em idade reprodutiva, ainda se encontra suscetível ao vírus da rubéola, revelando a existência real de risco de infecção congênita por esse patógeno. Recomenda-se a vacinação seletiva dessas mulheres contra a rubéola, como forma segura de prevenir as manifestações relacionadas à síndrome de rubéola congênita. Resumo em inglês Purpose: to evaluate the immune status of women in reproductive age regarding the rubella virus. Methods: 2,243 samples of serum from women in the age range of 15 to 45 years, with an average of 26 years, living in the urban area of Natal, RN were analyzed, to evaluate the immune status in regard to rubella virus. Of these women, 1,170 (52.1%) were pregnant and 1,073 (47.9%) were not. IgM and IgG antibodies were determined, using solid phase ELISA and fluorescence (ELFA) (mais) techniques. Results: of the 2,243 women, 1,632 showed immunity to rubella virus and 611 did not, therefore being susceptible to this virus. The rates of immunity and susceptibility in this study were 73.0% and 27.0%, respectively. In 611 susceptible woman, 14.5% did not present antibodies against rubella virus, 7.7% had only IgM antibody and 4.8% had IgG and IgM antibodies. Conclusions: our findings show that a significant group of women from Natal, in reproductive age, is still susceptible to rubella virus, indicating the risk of congenital infection by this pathogen. We advise the selective vaccination of those women against rubella to prevent clinical manifestations related to the congenital form of the disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Anticorpos para os vírus da rubéola, do sarampo e da caxumba em crianças de São Paulo, Brasil/ Rubella, measles and mumps serum antibodies in children of S. Paulo, Brazil

Carvalho, Renato Piza de Souza; Evans, Alfred S.; Grossmann, Luitgard; Pannuti, Cláudio Sérgio
1976-12-01

Resumo em português Foram dosados anticorpos inibidores da hemaglutinação para o vírus da rubéola, do sarampo e da caxumba, em amostras de soro de 166 crianças de elevado nível sócio-econômico, com idade de 6 a 12 anos, que freqüentavam, em 1969, uma escola primária na cidade de São Paulo, Brasil. A per-centagem de soros positivos foi de 49,3% para a rubéola, 88,2% para o sarampo e 79,4% para a caxumba. Através de interrogatório junto aos pais, observou-se significativa corresp (mais) ondência entre antecedentes clínicos positivos para sarampo e caxumba e presença de anticorpos circulantes (95,3% e 91,7%, respectivamente). Houve grande discordância quando os antecedentes clínicos ou vacinais para sarampo e caxumba eram negativos: 51,8% e 61,4% destas crianças possuíam anticorpos circulantes. Quanto à rubéola, não foi possível fazer-se tal correlação, pois a maioria das mães não sabia dar informações sobre esta doença, no passado. Resumo em inglês One hundred and sixty high socio-economic level, 6-12 year old children, attending a primary school, were tested in 1969 for rubella, measles and mumps HI antibodies. A 49.3% positivity for rubella antibodies, 88.2% for measles and 79.4% for mumps were found. A good correlation was observed between a positive history of clinical disease in the past and detectable serum antibodies for measles and mumps (95.3% and 91.7%, respectively). Quite on the contrary was observed whe (mais) n the history of measles and mumps disease or immunization in the past were negative, as 51.8% and 61.4% of these children, respectively, presented antibodies. As regards rubella, no correlation was obtained as the great majority of the parents was unable to give information on this disease in the past.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Anticorpos para os vírus da rubéola, do sarampo e da caxumba em crianças de São Paulo, Brasil/ Rubella, measles and mumps serum antibodies in children of S. Paulo, Brazil

Carvalho, Renato Piza de Souza; Evans, Alfred S.; Grossmann, Luitgard; Pannuti, Cláudio Sérgio
1976-12-01

Resumo em português Foram dosados anticorpos inibidores da hemaglutinação para o vírus da rubéola, do sarampo e da caxumba, em amostras de soro de 166 crianças de elevado nível sócio-econômico, com idade de 6 a 12 anos, que freqüentavam, em 1969, uma escola primária na cidade de São Paulo, Brasil. A per-centagem de soros positivos foi de 49,3% para a rubéola, 88,2% para o sarampo e 79,4% para a caxumba. Através de interrogatório junto aos pais, observou-se significativa corresp (mais) ondência entre antecedentes clínicos positivos para sarampo e caxumba e presença de anticorpos circulantes (95,3% e 91,7%, respectivamente). Houve grande discordância quando os antecedentes clínicos ou vacinais para sarampo e caxumba eram negativos: 51,8% e 61,4% destas crianças possuíam anticorpos circulantes. Quanto à rubéola, não foi possível fazer-se tal correlação, pois a maioria das mães não sabia dar informações sobre esta doença, no passado. Resumo em inglês One hundred and sixty high socio-economic level, 6-12 year old children, attending a primary school, were tested in 1969 for rubella, measles and mumps HI antibodies. A 49.3% positivity for rubella antibodies, 88.2% for measles and 79.4% for mumps were found. A good correlation was observed between a positive history of clinical disease in the past and detectable serum antibodies for measles and mumps (95.3% and 91.7%, respectively). Quite on the contrary was observed whe (mais) n the history of measles and mumps disease or immunization in the past were negative, as 51.8% and 61.4% of these children, respectively, presented antibodies. As regards rubella, no correlation was obtained as the great majority of the parents was unable to give information on this disease in the past.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)