Sample records for regolith
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 3 shown.



1

O papel dos regolitos nos processos de recarga de aqüíferos do Distrito Federal

Souza, Maurício Teixeira; Campos, José Eloi Guimarães
2001-07-01

Resumo em português Esse trabalho pretende investigar as potencialidades de recarga, a partir da precipitação, das diferentes classes de regolitos do Distrito Federal. Para tanto, foram realizados ensaios de infiltração "in situ" em 30 pontos situados em diferentes contextos pedológicos, geomorfológicos e geológicos, distribuídos por todo o território do Distrito Federal. Em cada ponto, procurou-se realizar um ensaio em superfície e mais quatro ensaios em profundidades diferentes ( (mais) 50 cm, 100 cm, 150 cm e 200 cm). Entre os principais resultados obtidos são destacados: A associação dos latossolos (sistemas P1, P2 e P3), em função dos valores de condutividade hidráulica vertical relativamente elevados, apresenta as melhores condições de recarga, sendo que nos latossolos desenvolvidos sobre quartzitos e metarritmitos arenosos (sistema P1) foi possível observar um incremento nos valores de condutividade. Cambissolos e saprolitos de rochas metapelíticas (sistema P4) reúnem as piores condições de recarga devido aos menores valores de condutividades hidráulicas obtidas. Existe uma tendência à diminuição da condutividade hidráulica com a profundidade. As variações verticais dos valores de condutividade hidráulica sugerem um condicionamento às texturas e estruturas dos regolitos, tais como a presença de linhas de pedra, horizontes petropliníticos e lateritos degradados ao longo do perfil. Resumo em inglês This paper aims to investigate the porous domain recharge susceptibility of the main regolith classes in the Federal District. For this purpose, it was made "in situ" infiltration tests in 30 spots distributed around the Federal District territory, comprising different pedological, geomorphological and geological contexts. In every spot, the intention was to achieve one superficial test in addition to four different depths tests (50 cm, 100cm, 150 cm and 200 cm). Among th (mais) e main results achieved, it should be stressed: The latossoil association (P1, P2 and P3 systems), in function of the relatively high hydraulic conductivity rates, presents the best recharge conditions, considering the fact that it was observed an increase in the conductivity rates in the latossoils developed from quartzites and sandy metarrythmites (P1 system). Cambissoils and metapelitic saprolites gather the worst recharge conditions due to the lowest hydraulic conductivity rates obtained. It was observed a shrinking conductivity trend as the depth increases. The vertical hydraulic conductivity rates variations suggest a pedological textures and structures conditioning, such as the presence of stone lines, petroplintic horizons and degraded laterites along with the profile.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Composição química de alguns solos do estado de São Paulo: I - Elementos K, Na, Ca e Mg/ Chemical composition of some São Paulo soils: 1 - Elements K, Na, Ca and Mg

Verdade, F. Da Costa
1960-01-01

Resumo em português O estudo dos elementos K, Na, Ca e Mg nos formas totais e trocáveis foi conduzido em solos derivados das rochas mais comumente encontrados no Estado de São Paulo. Os solos do Estado em geral são desprovidos de bases, como conseqüência de forte meteorismo atuando durante muito tempo. O potássio apresenta teor mais elevado quando a rocha se encontra a pequena profundidade, as suas porcentagens mais comuns variando entre 0 e 1 % de K2O. O sódio é muito removido e, co (mais) m uma única exceção, não ultrapassa 0,1 % em Na2O. Para os elementos cálcio e magnésio não existe dependência de rocha superficial, como no caso do potássio, e seus teores variam em geral entre 0,2 a 0,8% para o CaO e 0,22 o 1,80% para o MgO. A comparação dos teores totais com os de grandes grupos citados no bibliografia indica semelhança com os latossolos e o vermelho-amorelo podzólico, que são encontrados neste Estado. O teor potencial (teor total menos o teor trocável) segue, em linhas gerais, o total, havendo solos com pequeno ou nenhum teor potencial. O estudo do potencial entre as diversas camadas do perfil não mostra nenhuma diferença entre elas. A relação entre o potencial e o trocável nos elementos K, Na e Ca aumenta em profundidade, em virtude da presença de maior quantidade de trocável na superfície, mas existem muitas exceções. No caso do Mg encontrou-se um aumento do relação. A relação potencial/trocável permite prever quais as rochas que darão solos com teor potencial apreciável. Verifica-se que os solos derivados de tilitos, arenito Glacial, arenito de Bauru Inferior (Caiuá) e diabase parecem não conter potencial em K; para o cálcio estariam nessas condições o anfibolito, algumas vêzes a diabase e o arenito de Bauru. No caso do Mg, todos os solos parecem contê-lo numa forma não trocável. O elemento sódio parece não existir em quantidades apreciáveis, na forma potencial. A relação do teor potencial ou teor trocável entre bases indica que há uma relação mais estreita K/Na no potencial que na forma trocável. A relação Ca/Mg é muito estreita no potencial e larga no trocável. A relação Ca/K segue os anteriores. Os solos apresentam-se bastante depauperados em bases mas o fenômeno de sua remoção do perfil não é estudado neste trabalho. Outros autores, estudando a decomposição de diabase, mostram que os perdas elevadas se processam na meteorização da rocha e o resíduo é pobre, onde pouca lixiviação pode se processar. Resumo em inglês A study of the bases status in soils of São Paulo State was carried out taking in consideration mainly the parent rock. Detailed analytical data have been presented for 20 soil profiles, in exchangeable, soluble and total analysis. These soils have low base content because the intensity and time of weathering in the region. K generally does not exceed 1% (K2O) in total analysis and its content is higher when the rock is within the soil profile (150 cm). The sodium is lea (mais) ched from the regolith and it reaches no more than 0.1% (Na2O). Calcium and magnesium do not show the same dependence on the rock in the profile like K, and their contents are between 0.2 to 0.8% for CaO and 0.2 to 0.8% for MgO. Comparing characteristics of these soils with the analytical data from other soils subjected to a variety of climatic conditions, it can be seen that as to their total content they can be placed between krasnozems and latosols of tropical and semitropical region. The "potential" content of bases (total content minus exchangeable one) follows the same trend of the total data, and the profile has the same amount throughout. The relationship between the "potential" and exchangeable contents shows increases in ratio with depth. For certain rocks it is doubtfull if there is a potential form because both determinations are practically the same. The relation among bases in potential and exchangeable forms indicates that K/Na, Ca/Mg and Ca/K are narrower in the potencial than in the exchangeable one.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ/ Morphometric characterization of Debossan river watershed, Nova Firburgo, RJ

Cardoso, Christiany Araujo; Dias, Herly Carlos Teixeira; Soares, Carlos Pedro Boechat; Martins, Sebastião Venâncio
2006-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi fazer a caracterização morfométrica a partir de alguns parâmetros físicos da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ. Para isso, gerou-se inicialmente o Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC) a partir de cartas topográficas do IBGE, na escala 1:50.000, utilizando o sistema de informações geográficas, através dos softwares ArcVIEW e Arc/INFO. A partir do MDEHC, foram calculados alguns parâme (mais) tros morfométricos para o estudo do comportamento hidrológico da bacia. A área de drenagem encontrada foi de 9,9156 km² e o perímetro, de 17,684 km. A bacia hidrográfica do rio Debossan tem formato alongado, coeficiente de compacidade de 1,5842, fator de forma de 0,3285 e índice de circularidade de 0,3985. A densidade de drenagem obtida para a bacia foi de 2,3579 km/km². A forma mais alongada da bacia hidrográfica indica que a precipitação pluviométrica sobre ela se concentra em diferentes pontos, concorrendo para amenizar a influência da intensidade de chuvas, as quais poderiam causar maiores variações da vazão do curso d'água. Resumo em inglês The objective of this work was to perform a morphometric characterization based on some physical parameters. In order to do so, a Hydrologically Consistent Digital Elevation Model (HCDEM) was generated from IBGE topographical maps, scale 1:50.000, using as database and analysis the system of geographic information, by means of the ArcVIEW and Arc/INFO version 8.3 systems. From this, some morphometric parameters of a previous study on the hydrologic behavior of the watersh (mais) ed were calculated. The drainage area was 9,9156 Km² and 17,684 km in perimeter. The Debossan river watershed was proven not easily subject to floods as the compacity coefficient was far from the unit (1.5842) and its shape factor presented a low value (0.3285). Such fact can still be proven by the circularity index value (0.3985). The drainage density was 2,3579 Km/Km², showing that the watershed has average draining capacity. The drainage system forms a dendritic pattern. This pattern occurs in high lands, in which the regolith and the parent rock relatively provide a uniform resistance to erosion. The more elongated watershed shape, as the circularity index, shape factor and compacity coefficient, indicates that the rainwater volume that falls within the watershed is concentrated in different points, contributing to reduce rain intensities that could cause greater flow variations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)