Sample records for receptors
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Receptores acoplados à proteína G: implicações para a fisiologia e doenças endócrinas

Hauache, Omar M.
2001-06-01

Resumo em português A maioria dos hormônios polipeptídicos e mesmo o cálcio extracelular atuam em suas células-alvo através de receptores acoplados à proteína G (GPCRs). Nos últimos anos, tem sido freqüente a identificação e associação causal de mutações em proteínas G e em GPCRs com diversas endocrinopatias, como diabetes insipidus nefrogênico, hipotiroidismo familiar, puberdade precoce familiar no sexo masculino e nódulos tiroidianos hiperfuncionantes. Nesta revisão, abo (mais) rdamos aspectos referentes ao mecanismo de transdução do sinal acoplado à proteína G, e descrevemos como mutações em GPCRs podem levar a algumas doenças endócrinas. Finalmente, comentamos a respeito das implicações diagnósticas e terapêuticas associadas com o maior conhecimento dos GPCRs. Resumo em inglês The majority of polypeptide hormones and even extracellular calcium signal their target cells through G protein-coupled receptors (GPCRs). Recently, many mutations have been both identified and associated with several endocrine disorders, such as nephrogenic diabetes insipidus, familial hypothyroidism, familial male precocious puberty and sporadic hyperfunctional thyroid nodules. In this review, the G-protein coupled signal transduction mechanism is described. Moreover, t (mais) he mechanism through which GPCRs’ mutations lead to endocrine disease is reviewed. Finally, we will comment on implications for diagnosis and treatment related to increasing research on GPCRs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Receptores de estrógeno e progesterona em células do sedimento de fluido peritoneal na endometriose pélvica: estudo imunocitoquímico/ Estrogen and progesterone receptors in peritoneal fluid cell sediment in pelvic endometriosis: immunocytochemical study

Eleutério Junior, José; Cavalcante, Diane Isabelle Magno; Ferreira, Francisco Valdeci de Almeida; Medeiros, Francisco das Chagas
2001-03-01

Resumo em português Objetivo: avaliar a expressão de receptores de estrógeno (RE) e progesterona (RP) em esfregaços de sedimento de fluido peritoneal em pacientes com endometriose, comparando-a com a de mulheres sem endometriose. Métodos: foi realizado imunocitoquímica para RE e RP em esfregaços de sedimento de fluido peritoneal em 19 casos de endometriose e 7 sem endometriose (controle). Os dados foram submetidos ao teste t de Student para análise estatística. Resultados: em 84,6% d (mais) os casos de pacientes com endometriose, células tipo endometrial expressaram RE, numa média de 4,1%, ao passo que nos casos sem endometriose foi positivo em 42,9%, com uma expressão média de 4,5% (p = 0,1706). RP foi expresso apenas em um caso, com endometriose, com história de rotura de endometrioma. Conclusões: não houve diferença da expressão de RE entre os casos de endometriose e os casos-controle, observando-se um comportamento distinto em tecidos. Um mais aprofundado estudo deve ser feito para melhor avaliar o enigmático mecanismo envolvido na manifestação de receptores hormonais em células esfoliadas. Resumo em inglês Purpose: to evaluate the expression of estrogen (ER) and progesterone (PR) receptors in smears of peritoneal fluid sediment from patients with and without endometriosis. Methods: immunocytochemical study of ER and PR in smears of peritoneal fluid sediment in 19 cases with endometriosis and 7 without (control group), observing their expression. The data were submitted to Student's t-test to evaluate statistical significance. Results: in 84.6% of the cases with endometriosi (mais) s, endometrial-like cells expressed ER (mean = 4.1%). In cases without endometriosis there was ER expression in 42.9%, with a mean of 4.5% (p = 0.1706). PR was expressed in only one case of endometriosis, with an endometrioma rupture history. Conclusions: there was no difference of ER expression between cases with endometriosis and the control group, in contrast to tissue behavior. Further cases must be studied for a better evaluation of this enigmatic mechanism of hormonal receptors in exfoliated cells.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Histamina, receptores de histamina e anti-histamínicos: novos conceitos/ Histamine, histamine receptors and antihistamines: new concepts

Criado, Paulo Ricardo; Criado, Roberta Fachini Jardim; Maruta, Celina W.; Machado Filho, Carlos d'Apparecida
2010-04-01

Resumo em português As drogas com ação anti-histamínica estão entre as medicações mais comumente prescritas na prática dermatológica diária, tanto em adultos como em crianças. Este artigo aborda os novos conceitos da função dos receptores de histamina (receptores H1) e discute os efeitos anti-inflamatórios dessas drogas. A segunda geração de anti-histamínicos difere da primeira geração devido a sua elevada especificidade e afinidade pelos receptores H1 periféricos e devido (mais) a seu menor efeito no sistema nervoso central, tendo como resultado menores efeitos sedativos. Embora a eficácia dos diferentes anti-histamínicos H1 (anti-H1) no tratamento de doentes alérgicos seja similar, mesmo quando se comparam anti-H1 de primeira e de segunda geração, eles são muito diferentes em termos de estrutura química, farmacologia e propriedades tóxicas. Consequentemente o conhecimento de suas características farmacocinéticas e farmacodinâmicas é importante para a melhor prática médica, especialmente em gestantes, crianças, idosos e doentes com comorbidades. Resumo em inglês Drugs with antihistamine action are the most commonly prescribed medication in daily dermatologic practice, both to adults and children. This article addresses new concepts of the role of histamine receptors (H1 receptors) and discusses the anti-inflammatory effects of these drugs. Second generation antihistamines differs from first generation because of their high specificity and affinity for peripheral H1-receptors. Second generation antihistamines are also less likely (mais) to produce sedation because they have less effect on the central nervous system. Although the efficacy of the various H1-antihistamines in the treatment of allergic patients is similar, even when comparing first- and second-generation drugs, these drugs are still very different in terms of their chemical structure, pharmacology and toxic properties. Consequently, knowledge of their pharmacokinetic and pharmacodynamic characteristics is essential for a better medical care, especially that offered to pregnant women, children, the elderly, and patients with comorbidities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Análise de receptores de quimiocinas na superfície de leucócitos circulantes de indivíduos infectados pelo Mycobacterium leprae: resultados preliminares/ Analysis of chemokine receptors on the surface of circulating leukocytes of individuals infected with Mycobacterium leprae: preliminary results

Mendonça, Vanessa Amaral; Melo, Gustavo Eustáquio Brito Alvim de; Teixeira, Mauro Martins; Martins-Filho, Olindo Assis; Antunes, Carlos Maurício; Teixeira, Antonio Lúcio
2008-01-01

Resumo em português Neste estudo, a expressão de receptores de quimiocinas na superfície dos leucócitos circulantes foi feita pela citometria de fluxo. Houve aumento da porcentagem de linfócitos CCR2+CD4+ no sangue periférico dos pacientes com hanseníase. Este resultado preliminar sugeriu alteração do perfil dos receptores de quimiocinas desses pacientes. Resumo em inglês In this study, the expression of chemokine receptors on the surface of circulating leukocytes was determined using flow cytometry. An increase in the percentage of CCR2+CD4+ lymphocytes was observed in the peripheral blood of leprosy patients. This preliminary data suggests that alterations occur in the chemokine receptor profile of these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Aumento dos receptores solúveis da interleucina-2 na esclerose múltipla: estudo preliminar em 26 pacientes/ Elevated levels of soluble interleukin-2 receptors in multiple sclerosis: preliminary report on 26 patients

Tilbery, Charles P.; Felipe, Eduardo; Mota, Izabel Maria; Scheinberg, Morton A.
1994-06-01

Resumo em português Em 26 pacientes com diagnóstico definido de esclerose múltipla foram colhidas amostras de sangue e pesquisados os receptores solúveis de interleucina-2 (RsIL-2). Para tal os pacientes foram divididos em dois grupos: um constituído de 14 pacientes em surto da doença e o outro com 12 pacientes em remissão da moléstia. Além destes, procedeu-se a colheita de material para a mesma pesquisa em 8 pacientes com outras doenças neurológicas. Os resultados demonstraram aum (mais) ento dos RsIL-2 em 50% dos casos do grupo de pacientes em surto da doença, fato não observado nos demais pacientes dos demais grupos. Estes resultados confirmam a hipótese da ativação de células Tem pacientes em surto de esclerose múltipla, corroborando a hipótese da existência de um desequilíbrio imunológico na doença. Resumo em inglês Serum samples were analysed for interleukin-2 receptors levels (sIL-2R) in 26 patients with definite multiple sclerosis as defined by Poser and col. Three groups of patients form the basis of this study: group I, with 14 patients with clinical evidence of active disease; group II, with 12 patients with clinically stable multiple sclerosis; and group III, with 8 patients with other neurological diseases. Blood was collected by venipuncture and centrifuged. All samples were (mais) stored at -20°C until testing. The assay used monoclonal antibodies against epitopes of interleukin-2 receptors. In the wells of a microtiter plate coated with anti-soluble interleukin-2 receptors (Immunotech SA) samples to be measured or standards are incubated in the presence of a second monoclonal antibody conjugated with alkaline phosphatase. The amount of bound enzyme-conjugate is measured by adding a chromogenic substrate. The intensity of the resulting colour is proportional to the sIL-2R concentration present in the sample. Increased serum levels of sIL-2R were found in 7 of 14 patients with active multiple sclerosis (50%), in only 1 of the 12 patients with clinically stable multiple sclerosis and in none of the patients with other neurological diseases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

O papel dos receptores das gonadotrofinas na reprodução feminina

Kohek, Maria Beatriz da Fonte; Latronico, Ana Claudia
2001-08-01

Resumo em português As ações fundamentais das gonadotrofinas hipofisárias na vida sexual reprodutiva de ambos os sexos dependem da integridade estrutural e funcional dos seus respectivos receptores. Os receptores das gonadotrofinas localizados na membrana citoplasmática são membros da grande família dos receptores acoplados à proteína G e apresentam uma estrutura comum caracterizada por uma extensa porção extracelular e setes hélices transmembranas. A recente identificação de mu (mais) tações inativadoras e ativadoras de ocorrência natural nos genes dos receptores do LH e do FSH contribuíram para a maior compreensão de estados patológicos gonadais. Neste trabalho, revisamos os aspectos moleculares dos defeitos dos genes dos receptores das gonadotrofinas e suas implicações fenotípicas no sexo feminino. Nas mulheres com mutações inativadoras em homozigose nestes genes, sintomas freqüentes como alterações menstruais (amenorréia secundária e oligoamenorréia) e infertilidade podem alertar o endocrinologista para o estabelecimento do diagnóstico definitivo da resistência ovariana ao LH ou ao FSH. Resumo em inglês The critical actions of the pituitary gonadotropins in the sexual reproductive life in both sexes depend on the structural and functional integrity of their respective receptors. Gonadotropin receptors located within the cytoplasmic membrane are members of the G-protein coupled receptor superfamily which displays a common structure composed by a large extracellular region and seven-transmembrane helices. The recent identification of natural-occurring inactivating and acti (mais) vating mutations in the LH and FSH receptor genes has contributed to our better understanding of gonadal disorders. In the present study, we reviewed the molecular aspects of the defects of these genes and their phenotypic implications in females. In women with homozygous inactivating mutations in these genes, frequent symptoms, such as menstrual irregularities (secondary amenorrhea or oligoamenorrhea) and infertility can drive the endocrinologist to establish the final diagnosis of LH or FSH ovarian resistance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Triagem de mutações nos receptores de Angiotensina II, AGTR1 e AGTR2 e avaliação dos polimorfismos C573T e A1166C do gene AGTR1 em pacientes com adrenarca precoce idiopática/ Mutation screening in Angiotensin II receptors, AGTR1 and AGTR2, and evaluation of AGTR1 polymorphisms C573T and A1166C in patients with premature adrenarche

Moura, Mônica S.F.; Melo, Mônica B. de; Longui, Carlos Alberto; Rocha, Mylene N.; Monte, Osmar
2006-10-01

Resumo em português Pubarca precoce é o aparecimento de pêlos pubianos antes dos 8 anos em meninas e 9 anos em meninos, sendo sua etiologia mais freqüente a adrenarca precoce idiopática, a longo prazo, associada à síndrome metabólica. Dentre os fatores envolvidos na gênese da adrenarca precoce podemos citar a Angiotensina II (Ang II), a qual promove proliferação celular e esteroidogênese, podendo agir através de dois receptores, o tipo 1 (AT1) e o tipo 2 (AT2). Com o intuito de e (mais) studar mutações dos genes dos receptores da AngII, foram avaliadas 50 crianças com diagnóstico de adrenarca precoce idiopática e comparadas ao grupo controle de indivíduos normais. Não foram detectadas mutações dos genes AGTR1 e AGTR2, contudo dois polimorfismos foram identificados no gene AGTR1: o polimorfismo C573T (localizado no exon 5) e o A1166C (na região 3' não codificadora). A freqüência do alelo polimórfico T573 foi de 35% nos pacientes e 38% nos controles. O alelo polimórfico C1166 esteve presente em 24% dos pacientes e em 26% dos controles. Não houve diferença significante entre os grupos, assim como não houve correlação entre a freqüência dos polimorfismos C573T e A1166C e as variáveis clínicas e laboratoriais dos pacientes, ou com sua história familial de síndrome metabólica. Resumo em inglês Precocious pubarche is the appearance of pubic hair before the age of 8 years in girls and 9 years in boys. The most frequent etiology is idiopathic precocious adrenarche, suggested, after long-term follow-up, to be associated with metabolic syndrome. One of the factors involved in the genesis of precocious adrenarche is Angiotensin II (Ang II), which promotes cell proliferation and steroidogenesis through type 1 (AT1) and type 2 (AT2) receptors. In order to study Ang II (mais) receptors mutations, 50 children with idiopathic precocious adrenarche were evaluated and compared to a control group of normal individuals. Mutations were not detected in the AGTR1 and AGTR2 genes; however, two polymorphisms were identified in the AGTR1 gene: the C573T (exon 5) and the A1166C (3' untranslated region). The polymorphic allele T573 was found in 35% of the patients and 38% of controls. The polymorphic allele C1166 was present in 24% of the patients and 26% of controls. There was no statistical difference between groups. There was also no correlation between the polymorphisms and clinical and laboratory findings, as well as their family history of metabolic syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Exercício físico, receptores β-adrenérgicos e resposta vascular/ Physical exercise, β-adrenergic receptors, and vascular response

Silva, Alexandre Sérgio; Zanesco, Angelina
2010-06-01

Resumo em português O exercício aeróbio promove efeitos benéficos na prevenção e tratamento de doenças como hipertensão arterial, aterosclerose, insuficiência venosa e doença arterial periférica. Os receptores β-adrenérgicos estão presentes em várias células. No sistema cardiovascular, promovem inotropismo e cronotropismo positivo cardíaco e relaxamento vascular. Embora os efeitos do exercício tenham sido investigados em receptores cardíacos, estudos focados nos vasos s (mais) ão escassos e controversos. Esta revisão abordará os efeitos do exercício físico sobre os receptores β-adrenérgicos vasculares em modelos animais e humanos e os mecanismos celulares envolvidos na resposta relaxante. Em geral, os estudos mostram resultantes conflitantes, onde observam diminuição, aumento ou nenhum efeito do exercício físico sobre a resposta relaxante. Assim, os efeitos do exercício na sensibilidade β-adrenérgica vascular merecem maior atenção, e os resultados mostram que a área de fisiopatologia vascular é um campo aberto para a descoberta de novos compostos e avanços na prática clínica. Resumo em inglês Aerobic exercise promotes beneficial effects on the prevention and treatment of diseases such as arterial hypertension, atherosclerosis, venous insufficiency, and peripheral arterial disease. β-adrenergic receptors are present in a variety of cells. In the cardiovascular system, β-adrenergic receptors promote positive inotropic and chronotropic response and vasorelaxation. Although the effect of exercise training has been largely studied in the cardiac tissue, s (mais) tudies focused on the vascular tissue are rare and controversial. This review examines the data from studies using animal and human models to determine the effect of physical exercise on the relaxing response mediated by β-adrenergic receptors as well as the cellular mechanisms involved in this response. Studies have shown reduction, increase, or no effect of physical exercise on the relaxing response mediated by β-adrenergic receptors. Thus, the effects of exercise on the vascular β-adrenergic sensitivity should be more deeply investigated. Furthermore, the physiopathology of the vascular system is an open field for the discovery of new compounds and advances in the clinical practice.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Sistema colinérgico: revisitando receptores, regulação e a relação com a doença de Alzheimer, esquizofrenia, epilepsia e tabagismo/ Colinergic system: revisiting receptors, regulation and the relationship with Alzheimer disease, schizophrenia, epilepsy and smoking

Ventura, Ana L. M.; Abreu, Paula A.; Freitas, Rodrigo C. C.; Sathler, Plínio C.; Loureiro, Natália; Castro, Helena C.
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Revisar a estrutura e o funcionamento do sistema colinérgico central ressaltando seu papel na fisiologia e na fisiopatologia das doenças de Alzheimer e Parkinson, esquizofrenia, epilepsia e tabagismo. MÉTODO: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica no MedLine, LILACS, PubMed e ISI, e na Biblioteca da Fundação Oswaldo Cruz, RJ, selecionando-se o período de 1914 a 2009, utilizando os descritores: "receptors", "cholinergic", "Alzheimer disease", "schizophre (mais) nia", "epilepsy" e "smoking", além de referências cruzadas dos artigos selecionados e análise adicional de referências na literatura específica do tema. RESULTADOS: Efeitos importantes da ativação de receptores colinérgicos nicotínicos e muscarínicos sobre o desenvolvimento do sistema nervoso central (SNC) têm sido descritos. A dessensibilização e a internalização dos receptores acoplados à proteína G mediadas pela ativação de proteínas cinases têm sido descritas em proliferação, diferenciação e morte celular, além de síndromes neuropsiquiátricas. CONCLUSÃO: As informações produzidas a partir de estudos do sistema de neurotransmissão colinérgica podem auxiliar no desenvolvimento de medicamentos mais específicos para o tratamento da doença de Alzheimer, esquizofrenia, epilepsia e tabagismo. Resumo em inglês OBJECTIVES: To review articles regarding important topics about cholinergic system and its ionotropic and G-protein coupled receptors as well as their regulation, also enlightening its importance in central nervous system (CNS) development and in several neuropsychiatric conditions such as Alzheimer disease, schizophrenia, epilepsy and smoking. METHOD: Bibliographical research was completed through MedLine, LILACS, PubMed, ISI and the Fundação Oswaldo Cruz Library, RJ, (mais) specifically for 1914 to 2009, using the descritors: "receptors", "cholinergic", Alzheimer "disease", "schizophrenia", "epilepsy" and "smoking", in addition to the cross-reference of the articles selected and further analyses of bibliographical references on the theme. RESULTS: Currently literature describes important effects of nicotinic and muscarinic receptors activation on development of central nervous system (CNS). The protein G coupled receptors dessensibilization and internalization mediated by kinases have been described in proliferation, differentiation and cell death, and also in neurologic disorders. DISCUSSION: The importance of the cholinergic system and its relationship with pathologies such as Alzheimer disease, schizophrenia, epilepsy is evident. The data produced so far may help on planning medicaments more specific for these pathologies treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Amplificação dos genes que codificam a endotelina-1 e seus receptores em valvas mitrais reumáticas/ Amplification of the genes that codify endothelin-1 and its receptors in rheumatic mitral valves/ Amplificación de los genes que codifican la endotelina-1 y sus receptores en válvulas mitrales reumáticas

Moura, Edmilson Bastos de; Gomes, Mariana Ribeiro; Corso, Ricardo Barros; Faber, Cristiano Nicolleti; Carneiro, Fabiana Pirani; Pacheco, Yolanda Galindo
2010-07-01

Resumo em português FUNDAMENTO: As cardiopatias são doenças de alta prevalência, sendo a cardite reumática uma doença de grande relevância em países em desenvolvimento. As alterações em câmaras cardíacas esquerdas se associam à disfunção endotelial, com aumento dos níveis de endotelina-1 (ET-1) e consequências sobre a circulação pulmonar, muitas vezes determinando a hipertensão pulmonar (HP). No entanto, a presença de ET-1 e seus receptores na própria valva mitral, promo (mais) vendo alterações vasculares pulmonares e aumentando a deformação valvar reumática, ainda é um assunto não abordado na literatura. OBJETIVO: Determinar, mediante técnicas moleculares, a expressão dos genes da endotelina e dos seus receptores em valvas mitrais reumáticas. MÉTODOS: 27 pacientes submetidos à troca valvar mitral tiveram seu tecido valvar analisado, a fim de determinar a presença de genes de ET-1 e seus receptores A e B. Foram feitas análises histológica e molecular das valvas (divididas em fragmentos M1, M2 e M3) e colhidos dados clínicos e epidemiológicos dos pacientes. Foram divididos em três grupos: valvopatia mitral, mitroaórtica e pacientes reoperados. RESULTADOS: O estudo mostrou a manifestação do gene da ET-1 em 40,7% dos espécimes e de seu receptor A em todas as amostras, com manifestação minoritária do gene do receptor B (22,2%). CONCLUSÃO: Todos os pacientes expressaram a presença do gene do receptor A. Não houve diferença estatística quanto à gravidade da doença, expressa em classe funcional, e aos subgrupos estudados (valvopatas mitrais, mitroaórticos e pacientes reoperados), ou quanto à expressão dos genes da ET-1 e seus receptores entre os subgrupos estudados (valvopatas mitrais, mitroaórticos e pacientes reoperados). Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Las cardiopatías son enfermedades de alta prevalencia, siendo la carditis reumática una enfermedad de gran relevancia en países en desarrollo. Las alteraciones en cámaras cardíacas izquierdas se asocian a la disfunción endotelial, con aumento de los niveles de endotelina-1 (ET-1) y consecuencias sobre la circulación pulmonar, muchas veces determinando la hipertensión pulmonar (HP). Mientras que, la presencia de ET-1 y sus receptores en la propia válvu (mais) la mitral, promoviendo alteraciones vasculares pulmonares y aumentando la deformación valvar reumática, aún es un asunto no abordado en la literatura. OBJETIVO: Determinar, mediante técnicas moleculares, la expresión de los genes de la endotelina y de sus receptores en válvulas mitrales reumáticas. MÉTODOS: 27 pacientes sometidos a reemplazo valvular mitral tuvieron su tejido valvar analizado, a fin de determinar la presencia de genes de ET-1 y sus receptores A y B. Fueron hechos análisis histológico y molecular de las valvas (divididas en fragmentos M1, M2 y M3) y recogidos datos clínicos y epidemiológicos de los pacientes. Fueron divididos en tres grupos: valvopatía mitral, mitroaórtica y pacientes reoperados. RESULTADOS: El estudio mostró la manifestación del gen da ET-1 en 40,7% de los sujetos y de su receptor A en todas las muestras, con manifestación minoritaria del gen del receptor B (22,2%). CONCLUSIÓN: Todos los pacientes expresaron la presencia de gen del receptor A. No hubo diferencia estadística en cuanto a la gravedad de la enfermedad, expresada en clase funcional, y a los subgrupos estudiados (valvopatías mitrales, mitroaórticos y pacientes reoperados), o en cuanto a la expresión de los genes de la ET-1 y sus receptores entre los subgrupos estudiados (valvopatías mitrales, mitroaórticos y pacientes reoperados). Resumo em inglês BACKGROUND: Cardiopathies are high prevalence conditions. Among them, rheumatic carditis is of high relevance in developing countries. Left cardiac chamber changes are associated to endothelial dysfunction and ET-1 levels increase. Pulmonary circulation is then affected, and not seldom leading to pulmonary hypertension (PH). However, the presence of ET-1 and its receptors in the mitral valve itself - promoting pulmonary vascular changes, with increased rheumatic valvular (mais) deformation - has not been discussed in the literature. OBJECTIVE: To determine the expression of endothelin gene and its receptors in rheumatic mitral valves through techniques of molecular genetics. METHODS: Twenty-seven patients submitted to mitral valve replacement had their valvular tissue examined to determine the presence of ET-1 genes and their A and B receptors. Histological and molecular analysis of the valves was performed (divided into M1, M2 and M3 fragments), with patients' clinical and epidemiological data collected. Patients were divided into 3 groups (mitral valvopathy, mitroaortic valvopathy, and reoperation patients). RESULTS: The study showed endothelin-1 gene expression in 40.7% specimens and A receptor in all samples; receptor gene B had lower expression (22.2%). CONCLUSION: All patients showed A receptor gene expression. No statistically significant difference was observed in regard to condition severity, expressed according to functional class, and subgroups (mitral valvopathy, mitroaortic valvopathy, and reoperation patients).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Fator de crescimento fibroblástico básico e seus receptores em relação à atividade proliferativa na placenta bubalina em diferentes fases da gestação/ Basic fibloblast growth factor and its receptors in relation to proliferative activity in the buffalo placenta during gestation

Artoni, L.P.; Moura, C.E.B.; Barbosa Jr, E.M.; Campos, D.B.; Pereira, F.T.V; Papa, P.C.
2007-06-01

Resumo em português Estudou-se a distribuição espaço-temporal do fator de crescimento fibroblástico básico (bFGF), do receptor 1 do fator de crescimento fibroblástico (FGFR1) e do receptor 2 do fator de crescimento fibroblástico (FGFR2) na placenta bubalina, correlacionando-a à proliferação celular. Para a detecção do bFGF, FGFR1, FGFR2 e antígeno Ki-67, colheram-se 12 placentas de búfalas nos terços inicial, médio e final da gestação, em abatedouros, e realizaram-se testes (mais) de imunoistoquímica. Detectou-se e avaliou-se a expressão do bFGF, do FGFR1, do FGFR2 e do antígeno Ki-67 ao longo da gestação. No compartimento fetal da placenta, observaram-se correlações positivas entre a expressão do bFGF e Ki-67, entre FGFR1 e Ki-67 e entre FGFR2 com Ki-67 (r=0,313, 0,358 e 0,384, respectivamente). No epitélio e estroma maternos observaram-se altas correlações entre FGFR1 e Ki-67 (r=0,739 e r=0,511, respectivamente). Os resultados sugerem envolvimento do bFGF, FGFR1 e FGFR2 na proliferação do trofoblasto enquanto no compartimento materno da placenta bubalina apenas o FGFR1 atuaria como modulador dessa atividade. Resumo em inglês The space-temporal expression of basic fibroblast growth factor (bFGF), fibroblast growth factor receptor 1 (FGFR1) and fibroblast growth factor receptor 2 (FGFR2) in buffalo placenta and correlation to proliferative activity was studied. For the localization of bFGF, FGFR1, FGFR2 and Ki-67, 12 buffalo placentas from initial, middle and final gestational thirds were collected and immunohistochemistry tests were performed. Expression of bFGF and its receptors was detected (mais) and analyzed from the initial third until the end of gestation. In the fetal compartment, positive correlations were observed between the expression of bFGF and Ki-67, FGFR1 and Ki-67, besides FGFR2 and Ki-67 (r=0.313, 0.358 and 0.384, respectively). High correlations were found between FGFR1 and Ki-67 in maternal epithelium and stroma (r=0.789 and r=0.511, respectively). The results suggest that bFGF, FGFR1 and FGFR2 may be involved in the modulation of trophoblast proliferation, whereas maternal compartment proliferation in the buffalo placenta would only be modulated by FGFR1.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

O eixo hipotálamo-pituitária-adrenal, a função dos receptores de glicocorticóides e sua importância na depressão/ The Hypothalamic Pituitary Adrenal axis, Glucocorticoid receptor function and relevance to depression

Juruena, Mario F; Cleare, Anthony J; Pariante, Carmine M
2004-09-01

Resumo em português OBJETIVO: As mudanças no eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA) são características da depressão. Devido aos efeitos dos glicocorticóides serem mediados por receptores intracelulares, como os receptores de glicocorticóides (RGs), inúmeros estudos examinaram o número e/ou função dos RGs em pacientes com depressão. MÉTODOS: Os autores fazem uma revisão das evidências científicas dos estudos que têm consistentemente demonstrado que a função dos RGs est� (mais) � prejudicada na depressão maior, em conseqüência da redução da resposta do eixo HPA ao feedback negativo mediado pelos RGs e a um aumento na produção e secreção de HLC em várias regiões cerebrais, sugerindo que esses mecanismos estão envolvidos na etiologia da depressão e no tratamento antidepressivo. RESULTADOS: Esta revisão faz um resumo da literatura atual sobre RG na depressão e sobre o impacto dos antidepressivos nos RGs em estudos clínicos e pré-clínicos, e dá suporte ao conceito de que a sinalização deficiente dos RGs é parte fundamental na fisiopatogenia da depressão, na ausência de evidências claras de redução na expressão dos RGs. Embora os efeitos dos antidepressivos nos hormônios glicocorticóides e seus receptores sejam relevantes para a ação terapêutica dessas drogas, os mecanismos moleculares subjacentes a esses efeitos ainda não estão esclarecidos. Estudos indicam que os antidepressivos têm efeitos diretos nos RGs, levando a uma melhora da função e a um aumento da expressão dos RGs. Nós propomos que, em humanos, os antidepressivos podem inibir os transportadores de esteróides localizados na barreira hemato-liquórica e nos neurônios, como o complexo de resistência a múltiplas drogas glicoproteína-p ("multidrug resistance p-glycoprotein"), e podem aumentar o acesso do cortisol ao cérebro e o feedback negativo mediado por glicocorticoides no eixo HPA. CONCLUSÃO: O aumento da ação do cortisol no cérebro pode ser uma abordagem eficaz para maximizar os efeitos terapêuticos dos antidepressivos. Hipóteses referentes aos mecanismos destes receptores envolvem compostos não esteróides que regulam a função dos RGs via segundos mensageiros. A pesquisa nesta área trará novos entendimentos à fisiopatologia e ao tratamento dos transtornos afetivos, em especial na depressão. Resumo em inglês OBJECTIVES: Changes in the hypothalamic-pituitary-adrenocortical (HPA) system are characteristic of depression. Because the effects of glucocorticoids are mediated by intracellular receptors including, most notably, the glucocorticoid receptor (GR), several studies have examined the number and/or function of GRs in depressed patients. METHODS: Review scientific evidences have consistently demonstrated that GR function is impaired in major depression, resulting in reduced (mais) GR-mediated negative feedback on the HPA axis and increased production and secretion of CRF in various brain regions postulated to be involved in the causality of depression. RESULTS: This article summarizes the literature on GR in depression and on the impact of antidepressants on the GR in clinical and preclinical studies, and supports the concept that impaired GR signalling is a key mechanism in the pathogenesis of depression, in the absence of clear evidence of decreased GR expression. The data also indicate that antidepressants have direct effects on the GR, leading to enhanced GR function and increased GR expression. Although the effects of antidepressants on glucocorticoid hormones and their receptors are relevant for the therapeutic action of these drugs, the molecular mechanisms underlying these effects are unclear. We propose that antidepressants in humans could inhibit steroid transporters localised on the blood-brain barrier and in neurones, like the multidrug resistance p-glycoprotein, and thus increase the access of cortisol to the brain and the glucocorticoid-mediated negative feedback on the HPA axis. CONCLUSION: Enhanced cortisol action in the brain might prove to be a successful approach to maximise therapeutic antidepressant effects. Hypotheses regarding the mechanism of these receptor changes involve non-steroid compounds that regulate GR function via second messenger pathways. Research in this field will lead to new insights into the pathophysiology and treatment of affective disorders.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Agentes antiasmáticos modernos: antagonistas de receptores de leucotrienos cisteínicos/ Modern antiasthmatic drugs: cysteinyl leukotrienes receptors antagonists

Lima, Lídia Moreira; Fraga, Carlos Alberto Manssour; Barreiro, Eliezer J.
2002-09-01

Resumo em inglês In the early 1990s numerous clinical trials with antileukotriene drugs confirmed the hypothesis that cysteinyl leukotrienes are important bronchoconstrictor agents in asthma. Newly released"antiasthmatic medications include antileukotriene agents which function either by blocking the interaction of leukotrienes with receptors or by inhibiting leukotriene synthesis. Representatives of cysteinyl leukotriene receptors antagonists are zafirlukast (7), montelukast (8) and pran (mais) lukast (9). The bronchodilator efficacy and antiinflammatory property of antileukotriene drugs provided the main impetus behind their introduction as the first novel class of asthma therapy in more than 20 years.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Extração de DNA a partir de sangue humano coagulado para aplicação nas técnicas de genotipagem de antígenos leucocitários humanos e de receptores semelhantes à imunoglobulina/ DNA extraction from coagulated human blood for application in genotyping techniques for human leukocyte antigen and immunoglobulin-like receptors

Cardozo, Daniela Maira; Guelsin, Gláucia Andréia; Clementino, Samaia Laface; Melo, Fabiano Cavalcante de; Braga, Marco Antônio; Souza, Cleonice de; Moliterno, Ricardo Alberto; Visentainer, Jeane Eliete Laguila
2009-12-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi padronizar uma metodologia de extração de DNA de alta qualidade a partir de amostras de sangue coagulado. Quarenta e oito amostras de sangue humano coagulado foram utilizadas para a extração de DNA pelo kit comercial EZ-DNA® (Biological Industries, Beit Haemek, Israel), pelo kit de coluna Neoscience® (One Lambda Inc., San Diego, CA) e pelo método modificado de salting out. Apenas o método de salting out foi capaz de extrair altas concen (mais) trações de DNA (média, 180ng/µL), as quais foram medidas pelo detector de fluorescência Qubit® (Invitrogen, USA). Este método permitiu a amplificação dos genes HLA (human leukocyte antigens) pela tecnologia PCR-SSO (polymerase chain reaction - specific sequence of oligonucleotides) Luminex, a qual exige DNA de boa qualidade, e de genes KIR (killer cell immunoglobulin-like receptors) pela técnica made in house PCR-SSP (polymerase chain reaction-sequence specific of primers), a qual demanda uma concentração específica de DNA (10ng/µL). Concluímos que a técnica de salting out modificada foi muito eficiente, simples e rápida para a extração de DNA de amostras de sangue humano coagulado, com o objetivo de realizar a genotipagem de genes HLA e KIR. Resumo em inglês The objective of this study was to standardize a method for extracting high-quality DNA from samples of coagulated blood. Forty-eight samples of human coagulated blood were used for DNA extraction by means of the EZ-DNA® commercial kit (Biological Industries, Beit Haemek, Israel), the Neoscience® column kit (One Lambda Inc., San Diego, CA, USA) and a modified salting-out method. Only the salting-out method was able to extract high concentrations of DNA (mean, 180 ng/¼l (mais) ), which were measured using the Qubit® fluorescence detector (Invitrogen, USA). This method enabled amplification of HLA (human leukocyte antigen) genes using the Luminex PCR-SSO (polymerase chain reaction - sequence-specific oligonucleotide) technology, which demands good quality DNA, and amplification of KIR (killer-cell immunoglobulin-like receptor) genes using an in-house PCR-SSP (polymerase chain reaction - sequence-specific primer) technique, which demands a specific concentration of DNA (10 ng/¼l). We concluded that the modified salting-out technique was very efficient, simple and fast for DNA extraction from human coagulated blood samples, with the aim of genotyping the HLA and KIR genes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Receptor ativado por proliferadores de peroxissoma gama (Ppargama): estudo molecular na homeostase da glicose, metabolismo de lipídeos e abordagem terapêutica/ Peroxisome proliferator-activated receptor gamma (PPARgamma): molecular study in glucose homeostasis, lipid metabolism and therapeutic approach

Tavares, Vladimir; Hirata, Mario Hiroyuki; Hirata, Rosario D. Crespo
2007-06-01

Resumo em português Os receptores ativados por proliferadores de peroxissoma (PPARs) são fatores de transcrição pertencentes à família de receptores nucleares que regulam a homeostase da glicose, metabolismo de lipídeos e inflamação. Três proteínas, codificadas por genes distintos, têm sido identificadas: PPARalfa, PPARbeta e PPARgama, que controlam a expressão gênica pela ligação a elementos responsivos específicos (PPREs) localizados na região promotora. Estudos recentes s (mais) ugerem que a ativação do PPARgama pode diminuir a progressão da aterosclerose e aumentar a sensibilidade à insulina, podendo ser um potencial alvo terapêutico para o tratamento de diversas enfermidades, incluindo o diabetes melito do tipo 2 e dislipidemia. Esta revisão destaca os estudos recentes e os avanços das principais funções que esse receptor desempenha no metabolismo, com ênfase nos mecanismos moleculares e eficácia terapêutica. Resumo em inglês The peroxisome proliferators-activated receptors (PPARs) are transcription factors belonging to the family of nuclear receptors that regulate glucose homeostasis, lipid metabolism and inflammation. Three proteins, encoded by distinct genes, have been identified: PPARalpha, PPARbeta and PPARgamma, which control gene expression by binding to specific response elements (PPREs) in the promoters. Recent studies suggest that activation of PPARgamma might decrease atherosclerosi (mais) s progression and increase the insulin sensitivity, might be a potential therapeutic target for the treatment of a diverse array of disorders, including type 2 diabetes and dyslipidaemia. This review highlights recent studies, which have advanced our understanding of the pivotal role that this receptor plays in metabolism, with particular reference to the molecular mechanisms and therapeutic efficacy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Detecção de receptor de ácido hialurônico em prega vocal humana por método imunohistoquímico/ Detection of hyaluronic acid receptor in human vocal folds by immunohistochemistry

Barbosa, Luiz Henrique Fonseca; Ramos, Hugo Valter Lisboa; Neves, Luciano Rodrigues; Biase, Noemi Grigoletto de; Oshima, Celina; Pedroso, José Eduardo de Sá; Pontes, Paulo Augusto de Lima
2008-04-01

Resumo em português O receptor do ácido Hialurônico é uma glicoproteína da membrana plasmática, sendo o principal o CD44, e está expresso em vários tipos de células onde possui a função de adesão celular. OBJETIVO: Estudar a possibilidade de empregar o método imunohistoquímico para identificar a distribuição dos receptores de ácido hialurônico ao longo da prega vocal humana. MATERIAL E MÉTODOS: Foram ressecadas as pregas vocais normais de um indivíduo de 23 anos, sexo masc (mais) ulino, cor negra. As lâminas foram analisadas por meio de estudo histomorfométrico, comparando-se a intensidade das cores nas camadas superficial, média e profunda da lâmina própria. Nas lâminas silanizadas foi utilizado método imunohistoquímico, sendo avaliadas através de microscopia óptica com aumento 40 vezes, obtendo coloração marrom onde houve a reação com receptor para ácido hialurônico. RESULTADOS: Os achados imunohistoquímicos mostraram presença de receptores para ácido hialurônico no epitélio de cobertura da prega vocal tendo maior concentração na região central da prega vocal. CONCLUSÃO: A técnica de imunohistoquímica, utilizada para avaliar a distribuição dos receptores para ácido hialurônico na pregas vocais humanas, mostrou sua disposição em epitélio da prega vocal e predomínio no terço médio, em relação às demais regiões na prega vocal estudada. Resumo em inglês Hyaluronic acid receptor is a glycoprotein of the plasmatic membrane, and the CD44 is its representative, expressed in many cell types where it has the task of cell adhesion. AIM: the goal of the present experimental study is to investigate the possibility of using immunohistochemistry to identify the distribution of hyaluronic acid along the vocal fold. MATERIALS AND METHODS: We resected the normal vocal folds from a normal 23 year-old male black individual. The slides w (mais) ere analyzed by means of a histomorphometric study, comparing the color intensity in the superficial, middle and deep layers of the lamina propria. In the silanized slides we used immunohistochemistry, and evaluated the slides under light microscopy with 40x magnification, and the color changed to brown when there was a reaction with the receptor for hyaluronic acid. RESULTS: Immunohistochemical findings showed the presence of hyaluronic acid receptors in the epithelium covering the vocal fold, being more concentrated in the central region of the vocal fold. CONCLUSION: immunohistochemistry, used to assess the distribution of hyaluronic acid receptors in the central portion of the vocal fold, proved it to be present in the vocal fold epithelium and it prevailed in its middle third.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Ionotropic and metabotropic glutamate receptor mediation of glucocorticoid-induced apoptosis in hippocampal cells and the neuroprotective role of synaptic N-methyl-D-aspartate receptors

Lu, J.; Goula, D.; Sousa, Nuno; Almeida, O. F. X.

Glutamate receptors have been proposed to mediate the apoptotic actions of glucocorticoids in hippocampal cells. To further analyze the role of glutamate receptors in this process, we pretreated primary hippocampal cells from neonatal (postnatal day 4) rats with antagonists of ionotropic glutamate r...

DRIVER (Portuguese)

18

Raloxifeno e osteoporose: revisão de um novo modulador seletivo do receptor de estrógeno

Kayath, Marcia J.
1999-12-01

Resumo em português Raloxifeno é um modulador seletivo do receptor de estrógeno de segunda geração com ação agonista no osso e sistema cardiovascular e ação antagonista na mama e útero. Sua seletividade tecidual ocorre devido a diversos mecanismos como diferentes receptores de estrógenos, distribuição diferencial destes receptores, diferentes co-fatores protéicos transcricionais e diferente conformação do receptor após ligação de raloxifeno. No osso, raloxifeno aumenta a ma (mais) ssa óssea na coluna, fêmur, corpo inteiro, é eficaz em prevenir osteoporose em mulheres na pós-menopausa e reduz a incidência de fraturas vertebrais em 50% em mulheres com osteoporose. No sistema cardiovascular, raloxifeno reduz o colesterol total, LDL-colesterol, fibrinogênio e lipoproteína (a), não tendo efeito nos triglicérides e HDL-colesterol total, porém aumenta a subfração HDL-C2. Raloxifeno tem atividade antiproliferativa na mama, não induz mastalgia e uma redução na incidência de novos casos de câncer de mama tem sido demonstrada em mulheres em uso de raloxifeno em grandes estudos clínicos para osteoporose. No útero, raloxifeno não estimula o endométrio e não aumenta a incidência de sangramento vaginal ou carcinoma endometrial. O evento adverso mais comum com raloxifeno são ondas de calor e o mais sério é o tromboembolismo venoso com incidência semelhante à terapia de reposição hormonal. Raloxifeno é uma alternativa para o tratamento e prevenção de osteoporose em mulheres na pós-menopausa com evidências de efeitos benéficos seletivos em outros órgãos. Outros benefícios potenciais de raloxifeno como proteção cardiovascular e prevenção de câncer de mama estão sendo investigados em grandes estudos clínicos a longo prazo. Resumo em inglês Raloxifene is a selective estrogen receptor modulator of second generation with agonist effect in the bone, cardiovascular system, and antagonist effect in the breast and uterus. The tissue selectivity of raloxifene occurs due to several mechanisms such as different estrogen receptors, differential distribution of receptors, different protein transcriptional factors and receptor conformation after raloxifene binding. In bone, raloxifene increases the bone mass in the spin (mais) e, femur and total body, prevents osteoporosis in postmenopausal women and reduces the incidence of vertebral fractures in 50% in women with osteoporosis. In the cardiovascular system, raloxifene decreases total cholesterol, LDL-cholesterol, fibrinogen and lipoprotein (a), without changes in triglycerides and HDL-cholesterol, however, it increases the subfraction HDL-C2. Raloxifene has antiproliferative activity in the breast, does not induce mastalgia and a reduction in the incidence of new cases of breast cancer has been found in women taking raloxifene in the large osteoporosis trials. In the uterus, raloxifene does not stimulate the endometrium and does not increase the incidence of vaginal bleeding or endometrial carcinoma. The most common adverse event with ralox-ifene is hot flashes and the most serious is venous thromboembolism with similar incidence as hormonal replacement therapy. Raloxifene is an alternative with evidence of selective beneficial effects in other tissues. Other potential benefits with raloxifene such as cardiovascular protection and breast cancer prevention are being investigated in long-term clinical trials.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Reações cutâneas secundárias ao uso dos inibidores do receptor de fator de crescimento epidérmico: relato de dois casos/ Cutaneous reactions due to the use of epidermal growth factor receptor inhibitors: two case reports

Rodarte, Camila Martins; Abdallah, Omar Ali; Barbosa, Nadyesda Fagundes; Koch, Ludmila de Oliveira; Resende, Uirá Maira
2009-12-01

Resumo em português O aumento da expressão de receptores do fator de crescimento epidérmico (EGFR) está envolvido no estímulo ao crescimento tumoral. Seus inibidores demonstraram eficácia no tratamento de neoplasias de cabeça e pescoço, cólon e pulmão.A inibição do EGFR pode determinar reações cutâneas em mais de 50% dos pacientes. Em geral, são reversíveis, mas, quando graves, limitam o uso da droga. Lesões papulopustulosas em face e tronco são as mais comuns, além de xer (mais) ose, alterações ungueais e dos pelos. A intensidade da toxicidade cutânea tem relação direta com a resposta antitumoral. Uma abordagem dermatológica adequada é essencial para dar continuidade à terapia contra o câncer de forma satisfatória. Resumo em inglês An increase in the expression of epidermal growth factor receptors (EGFR) is involved in the stimulation of tumor development. EGFR inhibitors have shown efficacy in the treatment of neoplasms of the head, neck, colon and lung. EGFR when inhibited can cause cutaneous reactions in more than 50% of the patients. They are usually reversible, but when severe, limit the use of the drug. Papulopustulars lesions in the face and upper torso are the most common, as well as xerosis (mais) , hair and nail changes. There is a direct relationship between the degree of cutaneous toxicity and the antitumoral response. An adequate dermatologic approach is necessary for an effective therapy against cancer.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

A relevância das células natural killer (NK) e killer immunoglobulin-like receptors (KIR) no transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH)/ The relevance of natural killer (NK) cells and killer immunoglobulin-like receptors (KIR) in hematopoietic stem cell transplantation (HSCT)

Almeida-Oliveira, Aline; Diamond, Hilda R.
2008-08-01

Resumo em português As células natural killer (NK) foram identificadas há mais de 30 anos por sua capacidade de matar células tumorais e infectadas por vírus sem precisar de sensibilização prévia. No entanto, a forma como as células NK matam seus alvos ficou desconhecida por muito tempo. Na década de 90, a partir de várias observações, foi proposto que as células NK matariam células com a expressão diminuída de antígeno leucocitário humano (HLA), protegendo as células aut� (mais) �logas normais, o que ficou conhecido como hipótese do missing-self. Esta teoria foi confirmada através da descoberta de vários receptores, principalmente os da família killer immunoglobulin-like receptors (KIR), que reconhecem moléculas de HLA de classe I. Estes novos conceitos levaram à busca da importância dos receptores KIR no transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH). Foi sugerido que as disparidades de HLA entre o doador e o paciente poderiam ser reconhecidas por células NK levando à aloreatividade, o que ajudaria no efeito enxerto contra leucemia. No entanto, apesar de alguns resultados promissores, até hoje, os diferentes estudos sobre o assunto não chegaram a um consenso. Nesta revisão, será abordada a relevância das células NK e dos receptores KIR nos diferentes tipos de TCTH. Resumo em inglês Natural killer (NK) cells were identified over 30 years ago by their ability to kill cancer and virally infected cells without prior sensitization. For years the recognition mechanisms of target cells were unknown, until the 1990s when the "missing-self" hypothesis was proposed. According to this theory, although tolerant to normal autologous cells, NK cells can recognize and attack cells that have down-regulated human leukocyte antigen (HLA) class I molecules. The discov (mais) ery of killer immunoglobulin-like receptors (KIR) that specifically recognize HLA class I molecules corroborated this hypothesis. These new concepts point to the importance of studying KIR in hematopoietic stem cell transplantation (HSCT). HLA disparities between the donor and patient in HSCT may be distinguished by NK cells leading to alloreactivity. Even though there are some promising results, until now existing studies have not reached any consensus. Here, we will review the relevance of NK cells and KIR in the different types of HSC.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Pesquisa de estrógeno e progesterona no epitélio das pregas vocais de mulheres por imunohistoquímica/ Immunohistochemical searching for estrogen and progesterone receptors in women vocal fold epithelia

Rios, Oswaldo Angel Bellido; Duprat, Andre de Campos; Santos, Adriana Ribeiro dos
2008-08-01

Resumo em português A laringe é extremamente sensível a mudanças endocrinológicas. A maioria das alterações da mucosa das pregas vocais é causada por modificações do conteúdo líquido das pregas vocais e das suas modificações epiteliais. O estrógeno e a progesterona interferem e modificam esse conteúdo líquido das pregas vocais. O objetivo deste trabalho é verificar a presença de receptores de estrógeno e progesterona no epitélio das pregas vocais de mulheres. MATERIAL E M (mais) ÉTODO: Estudo de casos prospectivos. Foram realizados exames de imunohistoquímica para receptores de estrógeno e progesterona em 19 espécimes de epitélio de pregas vocais que não apresentavam quaisquer indícios de afecção, inclusive inflamatória. Foram descartados casos de pacientes com idade superior a 40 anos e inferior a 15 anos. RESULTADOS: Foram encontrados receptores para progesterona em 18 de 19 pacientes. Os receptores de progesterona estão localizados tanto no núcleo quanto no citoplasma e principalmente na camada basal. Não houve nenhum caso de receptores de estrógeno nas pregas vocais. CONCLUSÃO: O epitélio das pregas vocais apresenta receptores para progesterona, tanto no citoplasma quanto no núcleo. Não foram encontrados receptores para estrógeno no epitélio das pregas vocais estudadas. Resumo em inglês Larynx is extremely sensitive to endocrinologic changes. Most vocal fold mucosa alterations are caused by changes in vocal fold liquid content and its epithelial changes. Estrogen and progesterone interfere and change this liquid content in the vocal folds. Our goal with the present paper is to study the presence of estrogen and progesterone receptors on vocal fold epithelium in 19 vocal fold epithelium specimens that did not present any indication of disease, especially (mais) inflammatory disease. We discarded those cases of patients above 40 years of age and those below 15. RESULTS: we found progesterone receptors in 18 of the 19 patients. The progesterone receptors are located both in the nucleus and the cytoplasm of cells, and mainly in the basal layer. There was no report of estrogen receptors present in the vocal folds. CONCLUSION: Vocal fold epithelium bears progesterone receptors, in the cytoplasm and in the nucleus. We did not find estrogen receptors in the epithelia of the vocal folds investigated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Associação entre polimorfismo Gln27Glu do receptor beta2-adrenérgico e hipertensão arterial sistêmica em obesos mórbidos

Villares, Sandra M.; Mancini, Marcio C.; Gomez, Sérgio; Charf, Ana M.; Frazzatto, Eliana; Halpern, Alfredo
2000-02-01

Resumo em português Há alguns relatos na literatura sugerindo associação entre polimorfismos do receptor beta2-adrenérgico com obesidade e outros com hipertensão arterial. O objetivo do nosso estudo foi estudar a freqüência de um polimorfismo do receptor beta2 adrenérgico (Gln27Glu) em pacientes obesos (BMI 48 ± 8,2kg/m²) e relacioná-lo com hipertensão arterial, e níveis de triglicérides, colesterol, insulina e glicose no sangue. Encontramos associação deste polimorfismo em obesos com hipertensão arterial. Resumo em inglês beta2-adrenergic receptors (beta2AR) are membrane-bound receptors, which upon binding the endogenous cathecolamines epinephrine and nore-pinephrine signal to the interior of cells via stimulatory guanine nucleotide-binding protein Gs. The sympathetic nervous system activation stimulates energy mobilization and utilization in the adipose tissue that is a favored target for high-energy substrate storage, mobilization and utilization. Adrenergic responsiveness may be altered (mais) in obesity and could be an important factor in the pathogenesis and maintenance of obesity state. In the hypertensive state there is physiological and biochemical evidence that b-adrenergic responsiveness is diminished in the face of increased sympathetic tone. Recently, several different polymorphic forms of the human beta2AR have been identified in general population, including N-terminal substitutions of glutamine (Gln) for glutamic acid (Glu) at position 27. The aim of this study was to investigate the potential interaction between the beta2AR (Gln27Glu) polymorphism and obesity accumulation and hypertension in morbidly obese subjects. The Ita I genotypes of beta2AR were established using RFLP methods in 135 individuals with BMI 48 ± 8.02kg/m². The frequency of Gln/Glu was 31.9% and in the homozygous Glu/Glu was 12.6%. No association was found between BMI, weight gain during the past years and the Ita I genotypes and neither was associated with levels of triglycerides, cholesterol, insulin and glucose. Positive association was found between blood pressure (systolic and diastolic) and presence of polymorphism. The results indicate at the first time that presence of polymorphism 27Glu may provide a mechanism for enhanced vascular reactivity and identify a candidate gene for hypertension in this obesity group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Hipótese glutamatérgica da esquizofrenia/ Glutamatergic hypothesis of schizophrenia

Bressan, Rodrigo A; Pilowsky, Lyn S
2003-09-01

Resumo em português A esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico devastador cuja fisiopatologia ainda está para ser esclarecida. Apesar de uma disfunção dopaminérgica estar bem estabelecida na esquizofrenia, há uma série de evidências sugerindo o envolvimento do sistema glutamatérgico na fisiopatologia do transtorno. Este artigo faz uma breve revisão de alguns aspectos básicos do funcionamento dos receptores glutamatérgicos com ênfase nos receptores N-metil-D-aspartato (NMDA). (mais) Apresenta evidências científicas sugerindo uma disfunção do sistema glutamatérgico na esquizofrenia (hipofunção de receptores NMDA). E discute as interações entre os sistemas dopaminérgico e glutamatérgico; mais especificamente como os estados hiperdopaminérgicos encontrados na esquizofrenia podem estar associados a uma alteração glutamatérgica. Resumo em inglês Schizophrenia is a devastating psychiatric disorder whose pathophysiology has not been fully clarified yet. Although dopamine dysfunction in schizophrenia is unequivocal, there are many evidences suggesting the involvement of the glutamatergic system. This paper briefly describes some basic knowledge regarding the functioning of the glutamatergic receptors with emphasis on the N-methyl-D-aspartate (NMDA) receptors. Presents evidence for glutamatergic dysfunction in schizo (mais) phrenia, more specifically NMDA receptor hypofunction. Finaly the paper discusses the interaction between the dopaminergic and the glutamatergic systems; in special how hyperdopaminergic state found in schizophrenia can be associated to glutamatergic dysfunctions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Influência da naloxona e metisergida sobre o efeito analgésico do laser em baixa intensidade em modelo experimental de dor/ Influence of naloxone and methysergide on the analgesic effects of low-level laser in an experimental pain model/ Influencia de la naloxona y la metisergida sobre el efecto analgésico del láser en baja intensidad en modelo experimental de dolor

Serra, André Peres e; Ashmawi, Hazem A
2010-06-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A fototerapia com laser (LPT) é um método analgésico promissor, embora seu mecanismo de ação não seja totalmente conhecido. O objetivo deste estudo foi avaliar se a ação da LPT é dependente da ativação de receptores opioides ou serotoninérgicos periféricos. MÉTODO: Foram utilizados ratos Wistar machos. A dor produzida foi de caráter inflamatório, através da injeção de carragenina na pata posterior esquerda dos ratos. O laser u (mais) tilizado foi o Photon Lase III em meio ativo InGaAIP (660 nm), fluência de 2,5 J.cm-2. Analisou-se a hiperalgesia mecânica utilizando filamentos de von Frey. Os animais foram separados em cinco grupos: Carragenina; Laser (LPT); Luz não coerente; LPT + Naloxona e LPT + Metisergida. RESULTADOS: A fototerapia com laser em baixa intensidade mostrou-se um método analgésico eficaz, enquanto o emprego de fonte de luz não coerente não mostrou ter efeito analgésico. O uso de naloxona bloqueou o efeito analgésico do LPT; já o uso de metisergida não afetou a analgesia do LPT. CONCLUSÕES: A LPT nos parâmetros utilizados apresentou efeito analgésico. A analgesia da LPT é mediada por receptores opioides periféricos. A LPT parece não interagir com receptores serotoninérgicos periféricos. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La fototerapia con láser (LPT) es un método analgésico promisorio, aunque su mecanismo de acción no se conozca en su totalidad. El objetivo de este estudio fue evaluar si la acción de la LPT es dependiente de la activación de receptores opioides o serotoninérgicos periféricos. MÉTODO: Se usaron ratones Wistar machos. El dolor generado fue de carácter inflamatorio, a través de la inyección de carragenina en la pata posterior izquierda (mais) de los ratones. El láser utilizado fue el GaIAsAl (660 nm), fluencia de 2,5 J.cm-2. Se analizó la hiperalgesia mecánica utilizando filamentos de von Frey. Los animales se dividieron en cinco grupos: Carragenina; Láser (LPT); Luz no coherente; LPT + Naloxona y LPT + Metisergida. RESULTADOS: La fototerapia con láser en baja intensidad demostró ser un método analgésico eficaz, mientras que el uso de la fuente de luz no coherente no demostró poseer ningún efecto analgésico. El uso de naloxona bloqueó el efecto analgésico del LPT, mientras que el uso de metisergida no afectó la analgesia del LPT. CONCLUSIONES: La LPT en los parámetros utilizados tuvo un efecto analgésico. La analgesia de la LPT es mediada por receptores opióides periféricos. La LPT parece que no interactúa con los receptores serotoninérgicos periféricos. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Although the mechanism of action of laser phototherapy (LPT) is not known, it is a promising analgesic method. The aim of this study was to evaluate whether the action of LPT depends on the activation of peripheral opioid or serotonergic receptors. METHOD: Inflammatory pain was induced through the injection of carrageenin in the left posterior paw of male Wistar rats. The InGaAIP visible laser diode (660 nm) with fluency of 2.5 J.cm-2 was used. (mais) Von Frey filaments were used to analyze mechanical hyperalgesia. Animals were separated into five groups: Carrageenin; Laser (LPT); Non-coherent light; LPT + Naloxone; and LPT + Methysergide. RESULTS: Low-Level Laser phototherapy proved to be an effective analgesic method, while non-coherent light did not show a similar effect. The use of naloxone blocked the analgesic effect of LPT, while methysergide did not affect LPT-induced analgesia. CONCLUSIONS: According to the parameter used in this study, LPT produced analgesia. Analgesia induced by laser phototherapy is mediated by peripheral opioid receptors. Laser phototherapy does not seem to interact with peripheral serotonergic receptors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Injeção epidural preventiva de xilazina ou amitraz, em eqüinos: efeito antinociceptivo/ Pre-emptive epidural injection of xylazine or amitraz, in horses: antinociceptive effect

Guirro, Erica Cristina Bueno do Prado; Sobrinho, Guilherme Roberto; Ferreira, Isabella Maria Marchesini; Valadão, Carlos Augusto Araújo
2009-02-01

Resumo em português Os agonistas de receptores adrenérgicos α2 geram efeito antinociceptivo após administração epidural e o amitraz possui atividade intrínseca sobre tais receptores. Assim, avaliou-se o efeito antinociceptivo promovido pela injeção epidural preventiva de 0,17mg kg-1 de xilazina (GX) ou 0,1mg kg-1 de amitraz diluído em emulsão lipídica (GA) durante 24 horas, em doze eqüinos submetidos a modelo incisional de dor inflamatória e avaliados com filamentos de von F (mais) rey quanto ao limiar nociceptivo à estimulação mecânica (LNEM). A xilazina produziu manutenção do LNEM por até 4 horas, enquanto que o amitraz diluído em emulsão lipídica foi capaz de manter o LNEM inalterado por até 24 horas. Resumo em inglês Epidural administration of α2 agonists promotes antinociceptive effect and amitraz acts on α2 receptors. Antinociceptivo effect caused by pre-emptive epidural injection of 0.17mg kg-1 xylazine (GX) or 0.1mg kg-1 amitraz diluted in lipidic emulsion (GA) were evaluated, in 12 horses submitted by incisional model of inflammatory pain and evaluated about nociceptive threshold by mechanical stimulus (NTMS), by von Frey filaments. Xylazine produced maintenance of NTMS for 4 hours, while amitraz diluted in lipidic solution maintained NTMS for 24 hours.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Cetamina: aspectos gerais e relação com a esquizofrenia/ Ketamine: general aspects and relationship with schizophrenia

Vasconcelos, Silvânia M. M.; Andrade, Marcelo de Moraes; Soares, Paula Matias; Chaves, Breitner Gomes; Patrocínio, Manoel C. A.; Sousa, Francisca Cléa Florença; Macêdo, Danielle Silveira
2005-01-01

Resumo em português A cetamina é uma droga anestésica desenvolvida em 1965 pelos laboratórios norte-americanos Parke & Davis, tendo como objetivo principal sua utilização em anestesias humanas e veterinárias. Entretanto, seu uso tornou-se constante entre os jovens, sendo consumida em festas como um potente alucinógeno. Já quanto a pesquisas laboratoriais, essa droga tem sido utilizada como modelo para induzir esquizofrenia em animais. Com o objetivo de realizar-se um estudo de revis� (mais) �o da cetamina como anestésico e potencial modelo de esquizofrenia, foi feita uma pesquisa bibliográfica na internet, utilizando programas de pesquisa científica (Pubmed, Medline e Lilacs), além de pesquisa em trabalhos relacionados ao assunto. A administração da cetamina no homem promove o bloqueio dos receptores glutamatérgicos ionotrópicos do tipo N-metil-D-aspartato (NMDA) e antagoniza os receptores de acetilcolina nicotínicos e muscarínicos, bem como os receptores monoaminérgicos e opióides. O bloqueio dos receptores glutamatérgicos promoverá um quadro sintomático semelhante ao de um paciente esquizofrênico. Além disso, a administração da cetamina durante a sinaptogênese pode lesar neurônios corticais, límbicos, talâmicos e estriatais, promovendo uma disfunção na neurotransmissão glutamatérgica e propiciando a manifestação de sintomas psicóticos na vida adulta. Entre esses sintomas, podemos citar o surgimento da esquizofrenia. Somando-se a isso, a droga proporciona uma série de efeitos sistêmicos, desde uma simples anestesia, passando pela sedação, depressão respiratória e até a morte. Resumo em inglês Ketamine is an anesthetic agent developed in 1965 by Park & Davis laboratories to be used as a general anesthetic in humans and animals. However, its use became popular among young people and it's frequently available at parties to produce hallucination. In laboratorial researches, this drug has been used as a model of schizophrenia in animals. This work intend to realize a review article about ketamine as an anesthetic and potential schizophrenia model, through a bibliog (mais) raphic research in sites of scientific research, as Pubmed, Medline, and Lilacs and some papers related to this subject. Ketamine administration in humans produces a blockage at glutamate N-methyl-D-aspartate (NMDA) receptors, antagonizes nicotinic and muscarinic acetylcholine receptors, as well as opioids and monoaminergic systems. The blockage of glutamatergic receptors induces symptoms very similar to the ones presented by schizophrenic patients. Besides this, ketamine administration during synaptogenesis can injury cortical, limbic, thalamic and striatal neurons, producing a dysfunction in glutamatergic neurotransmission, leading to manifestation of psychotic symptoms during adult life. Among these symptoms, we can mention the development of schizophrenia. The drug also produces systemic effects that go from a simple anesthesia, sedation, respiratory depression until to death.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Hiperalgesia induzida por opioides (HIO)/ Opioid-induced hyperalgesia (OIH)/ Hiperalgesia inducida por opioides (HIO)

Leal, Plínio da Cunha; Clivatti, Jefferson; Garcia, João Batista Santos; Sakata, Rioko Kimiko
2010-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Opioides são medicamentos frequentemente usados para o controle da dor que, contudo, podem causar hiperalgesia. A circunstância pela qual esse fenômeno pode ocorrer não está inteiramente esclarecida. O objetivo desta revisão foi descrever os mecanismos, os fatores implicados e a modulação por medicamentos. CONTEÚDO: Foram descritos os fatores implicados no desenvolvimento da hiperalgesia induzida por opioides (HIO), como duração de us (mais) o, dose e tipo de opioide. Os mecanismos incluem o sistema glutamatérgico e receptores N-metil-D-aspartato (NMDA), ativação de ciclo-oxigenase (COX) espinal, aminoácidos excitatórios, dinorfina, citocinas e quimocinas; prostaglandinas e facilitação descendente. A modulação de hiperalgesia pode ser feita com antagonistas de receptores NMDA, agonistas adrenérgicos-alfa2 e inibidores de COX. CONCLUSÕES: O assunto é bastante complexo, envolvendo uma série de mecanismos fisiopatológicos que podem contribuir para a HIO e o desconforto do paciente, trazendo consequências que podem ser danosas. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Los opioides son medicamentos a menudo usados para el control del dolor y que sin embargo pueden causar hiperalgesia. La circunstancia por la cual ese fenómeno puede ocurrir no está totalmente aclarada. El objetivo de esta revisión es describir los mecanismos, los factores que están involucrados y la modulación por medicamentos. CONTENIDO: Fueron descritos los factores involucrados en el desarrollo de la hiperalgia inducida por opioides (HI (mais) O), como la duración en el uso, la dosis y el tipo de opioide. Los mecanismos incluyen los sistemas glutamatérgico y los receptores N-metil-D-aspartato (NMDA), activación de ciclo-oxigenasa (COX) espinal, aminoácidos excitatorios, dinorfina, citocinas y quimocinas; prostaglandinas y facilitación descendiente. La modulación de la hiperalgesia se puede lograr con los antagonistas de receptores NMDA, los agonistas adrenérgicosalfa2 y con los inhibidores de (COX). CONCLUSIONES: El tema es bastante complejo, e involucra una serie de mecanismos fisiopatológicos que pueden contribuir para la HIO y la incomodidad del paciente, con consecuencias dañinas para la salud. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Opioids are commonly used for pain control; however, they can cause hyperalgesia. The reason why this can happen is not known. The objective of this review was to describe the mechanisms, factors implicated, and drug modulation. CONTENTS: The factors implicated in the development of opioid-induced hyperalgesia (OIH), such as duration of use, dose, and type of opioids are described. Mechanisms involved include the glutamatergic system and N-methy (mais) l-D-aspartate receptors (NMDA), spinal cyclooxygenase (COX) activation, excitatory amino acids, dynorphin, cytokines and chemokines; prostaglandins, and descending facilitation. Modulation of hyperalgesia could be done through: NMDA receptor antagonists, alpha2-adrenergic agonists, and COX inhibitors. CONCLUSIONS: This is a very complex subject, which involves a series of pathophysiological mechanisms that could contribute for OIH and patient discomfort, bringing disastrous consequences.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Resposta taquicárdica e controle autonômico no exercício físico em modelo genético de insuficiência cardíaca/ Tachycardic response and autonomic control in physical exercise in genetic model of cardiac insufficiency

Cunha, Telma F.; Saito, Thaís A.; Bueno Júnior, Carlos R.; Coelho, Marcele A.; Mattos, Katt C.; Brum, Patricia C.
2009-08-01

Resumo em português O aumento da atividade nervosa simpática e a taquicardia em repouso ou durante esforços físicos estão associados ao aumento da morbimortalidade, mesmo na ausência de sinais clínicos de doença cardíaca. Sabendo-se da importância dos receptores α2A/α2C-adrenérgicos na modulação da atividade nervosa e frequência cardíaca (FC), o presente trabalho utiliza um modelo genético de cardiomiopatia induzida por excesso de catecolaminas circulantes baseado na (mais) inativação gênica dos receptores α2A/α2C-adrenérgicos em camundongos (α2A/α2CKO) para verificar a resposta da FC ao exercício físico (EF), assim como o controle simpatovagal da FC ao EF. Testou-se a hipótese de que haveria resposta taquicárdica exacerbada durante o EF nos camundongos α2A/α2CKO mesmo quando a função cardíaca ainda estivesse preservada em repouso, sendo o receptor α2A-adrenérgico o principal responsável por essa resposta. Camundongos machos da linhagem C57Bl6J, controle (CO) e com inativação gênica para os receptores α2A (α2AKO), α2C α2CKO) e α2A/α2CKO foram submetidos a um teste de tolerância ao esforço físico. Outros dois grupos de camundongos, CO e α2A/α2CKO, foram submetidos ao bloqueio farmacológico dos receptores muscarínicos e β-adrenérgicos e ao EF progressivo para se avaliar a contribuição simpatovagal para a taquicardia de EF. Observou-se intolerância ao esforço físico (1.220 ± 18 e 1.460 ± 34 vs. 2.630 ± 42m, respectivamente) e maior taquicardia ao EF (765 ± 16 e 792 ± 13 vs. 603 ± 18bpm, respectivamente) nos camundongos α2AKO e α2A/α2CKO vs. CO. Além disso, o balanço autonômico estava alterado nos camundongos α2A/α2CKO pela hiperatividade simpática e menor efeito vagal cardíaco. Esses resultados demonstram a importância dos receptores α2A/α2C-adrenérgicos no controle autonômico não só no repouso, mas também durante o EF, sendo o receptor α2A-adrenérgico o responsável pela hiperatividade simpática e menor efeito vagal observados. Essa resposta taquicárdica exacerbada nos camundongos α2A/α2CKO está presente mesmo quando ainda não se observa disfunção cardíaca. Resumo em inglês Increase of sympathetic nervous activity and tachycardia at rest or during physical exertions are associated with increase of morbimortality, even in the absence of clinical signs of cardiac disease. Considering the importance of the α2A/α2C-adrenergic receptors in the modulation of the nervous activity and heart rate (HR), the present study uses a genetic model of cardiomyopathy induced by excess of circulating catecholamine in the gene inactivation of the ^ (mais) 5;2A/α2 -adrenergic receptors in mice (α2A/α2CKO) to verify the HR response to physical exercise (PE), as well as the sympathetic-vagal control of the HR to PE. The hypothesis is that there would be exacerbated tachycardic response during PE in α2A/α2CKO mice even when the cardiac function was still preserved at rest, being the α2A-adrenergic receptor the main reason for this response. Male mice of the C57Bl6J lineage, control (CO) and with gene inactivation for the a2A (α2AKO), α2C α2CKO) and α2A/α2CKO receptors were submitted to tolerance to a physical exercise test. Two other groups of mice, CO and α2A/α2CKO, were submitted to pharmacological blocking of the muscarinic and β-adrenergic receptors as well as to progressive PE to assess the sympathetic-vagal contribution to PE tachycardia. Intolerance to physical exercise (1.220 ± 18 and 1.460 ± 34 vs. 2.630 ± 42m, respectively) and higher tachycardia to PE (765 ± 16 e 792 ± 13 vs. 603 ± 18 bpm, respectively) in the α2AKO and α2A/α2CKO vs. CO mice was observed. Moreover, the autonomic balance was altered in the α2A/α2CKO mice by the sympathetic hyperactivity and lower cardiac vagal effect. These outcomes demonstrated the importance of the α2A/α2C-adrenergic receptors in autonomic control not only at rest, but also during PE, being theα2A-adrenergic receptor responsible for the sympathetic hyperactivity and lower vagal effect observed. This exacerbated tachycardic response in α2A/α2CKO mice is present even when cardiac dysfunction is not observed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Beta-bloqueadores em anestesiologia: aspectos farmacológicos e clínicos/ Beta-blockers in anesthesiology: clinical and pharmacological aspects/ Beta-bloqueadores en anestesiologia: aspectos farmacológicos y clínicos

Bosco, Fabiana Aparecida Penachi; Braz, José Reinaldo Cerqueira
2001-10-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Informações experimentais e clínicas têm sugerido que os b-bloqueadores apresentam efeitos hemodinâmicos importantes e protetores durante o ato anestésico-cirúrgico. O objetivo deste trabalho é revisar as informações farmacológicas e clínicas dos b-bloqueadores para sua utilização adequada na medicina per-operatória. CONTEÚDO: Os b-bloqueadores seletivos inibem preferencialmente os b1-receptores reduzindo a freqüência e inotrop (mais) ismo cardíacos e determinando redução no consumo de oxigênio do miocárdio. Os b-bloqueadores não seletivos inibem também os b2-receptores, aumentando a resistência bronquiolar e vascular periférica. Alguns b-bloqueadores são, também, vasodilatadores. O tratamento prolongado com os b-bloqueadores aumenta a densidade dos b-receptores na membrana celular, o que pode explicar a hiperatividade simpática que pode ocorrer durante a parada do tratamento desses medicamentos. Em cirurgia não cardíaca, os efeitos benéficos do b-bloqueadores em pacientes hipertensos ou nos que apresentam doença coronariana têm sido demonstrados, com redução da incidência de isquemia miocárdica no pós-operatório e da mortalidade durante o período de dois anos que se segue à operação. CONCLUSÕES: O tratamento com b-bloqueadores deve ser mantido até o período da manhã da operação, exceto nos pacientes com sinais de intolerância à droga, como hipotensão ou bradicardia importante. Os b-bloqueadores exercem efeito benéfico na recuperação pós-operatória de pacientes com doenças cardiovasculares ou nos que apresentam fatores de risco. Por isso, o emprego desses medicamentos é importante na medicina per-operatória e deve ser ampliado. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Informaciones experimentales y clínicas han sugerido que os b-bloqueadores presentan efectos hemodinámicos importantes y protectores durante el acto anestésico-cirúgico. El objetivo de este trabajo es revisar las Informaciones farmacológicas y clínicas de los b-bloqueadores para su utilización adecuada en la medicina per-operatoria. CONTENIDO: Los b-bloqueadores selectivos inhiben preferencialmente los b1-receptores reduciendo la frecuenc (mais) ia e inotropismo cardíacos y determinando reducción en el consumo de oxígeno del miocardio. Los b-bloqueadores no selectivos inhiben también los b2-receptores, aumentando la resistencia bronquiolar y vascular periférica. Algunos b-bloqueadores son, también, vasodilatadores. El tratamiento prolongado con los b-bloqueadores aumenta la densidad de los b-receptores en la membrana celular, lo que puede explicar la hiperatividad simpática que puede ocurrir durante la parada del tratamiento de eses medicamentos. En cirugía no cardíaca, han sido demostrados los efectos benéficos de los b-bloqueadores en pacientes hipertensos o en los que presentan enfermedad coronariana, con reducción de la incidencia de isquemia miocárdica en el pós-operatorio y de la mortalidad durante el período de dos años que se siguen a la operación. CONCLUSIONES: El tratamiento con b-bloqueadores debe ser mantenido hasta el período de la mañana de la operación, excepto en los pacientes con señales de intolerancia a la droga, como hipotensión o bradicardia importante. Los b-bloqueadores ejercen efecto benéfico en la recuperación pós-operatoria de pacientes con enfermedades cardiovasculares o en los que presentan factores de riesgo. Por eso, el empleo de esos medicamentos es importante en la medicina per-operatoria y debe ser ampliado. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Experimental and clinical data have suggested b-blockers protective hemodynamic effects during anesthesia and surgery. This study aimed at reviewing pharmacological and clinical information needed to prescribe b-blockers in perioperative medicine. CONTENTS: Selective b-blockers inhibit preferentially b1-receptors, decreasing heart rate and inotropism leading to less myocardial oxygen consumption. Non-selective b-blockers also inhibit b2-receptor (mais) s, increasing bronchial and peripheral vascular resistance. Some b-blockers are also vasodilators. Prolonged treatment with b-blockers increases cell membrane b-receptors density, which may explain sympathetic hyperactivity observed during treatment interruption. In non-cardiac surgeries, beneficial effects of b-blockers have been observed in hypertensive patients and in patients with coronary artery disease, with a decrease in postoperative myocardial ischemia and overall two-year mortality. CONCLUSIONS: Continued administration of b-blockers until anesthesia induction has been encouraged except in patients with signs of intolerance such as hypotension or significant bradycardia. b-blockers have been shown to have beneficial effects on postoperative outcomes in patients with cardiovascular disease or risk factors. Hence, their more widespread use in perioperative medicine is encouraged.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Mecanismo molecular da ação do hormônio tireoideano/ Molecular mechanism of thyroid hormone action

Barra, Gustavo B.; Velasco, Lara F.R.; Pessanha, Rutnéia P.; Campos, Alessandra M.; Moura, Fanny N.; Dias, Sandra M.G.; Polikarpov, Igor; Ribeiro, Ralff C.J.; Simeoni, Luiz Alberto; Neves, Francisco A.R.
2004-02-01

Resumo em português Os hormônios tireoideanos (HTs) são necessários para a diferenciação, crescimento e metabolismo de diversos tecidos de vertebrados. Seus efeitos são mediados pelos receptores do hormônio tireoideano (TRs), membros da superfamília dos receptores nucleares. Estes receptores são fatores de transcrição modulares que se ligam em seqüências específicas do DNA denominadas elementos responsivos ao TR, que são encontrados nos promotores dos genes regulados pelo HT. (mais) Os TRs são codificados por dois genes distintos, alfae beta, localizados nos cromossomos 17 e 3, respectivamente. Estas isoformas apresentam diferentes funções e sua expressão é específica para cada tecido. O TR se liga ao DNA como monômero, homodímero ou heterodímero com o receptor de retinóide X (RXR). Além disso, o TR modula a atividade transcricional (repressão ou ativação) através da interação com correpressores e co-ativadores, na ausência e na presença do T3, respectivamente. A compreensão do mecanismo molecular da ação do receptor do hormônio tireoideano e a definição de sua estrutura cristalográfica contribuirão para a aquisição de novos conceitos envolvidos na transcrição e nos distúrbios hormonais presentes nas doenças endócrinas, assim como facilitará o desenho de novas drogas, agonistas ou antagonistas, com grande valor terapêutico. Resumo em inglês Thyroid hormones (TH) are involved in normal differentiation, growth, and metabolism in several tissues of all vertebrates. Their actions are mediated by the TH receptors (TRs), members of the nuclear hormone receptor superfamily. These receptors are transcription factors that bind to DNA on specific sequences, the TR response element (TREs), in promoters of target genes. Two genes encode TRs, alpha e beta, located in chromosomes 17 and 3, respectively. These isoforms sho (mais) w different functions and exhibit a tissue specific expression. TRs function as monomers, homodimers or heterodimers with retinoid X receptor (RXR) and modulate transcription activity (repression or activation) by interacting with co-repressor and co-activators, which associate with TR in the absence or presence of T3, respectively. Understanding the molecular mechanism of TR action and the definition of its crystallographic structure will provide new insights into transcription mechanisms and will facilitate the design of new drugs with greater therapeutic value.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

HTLV-1/2 transfusional e hemovigilância: a contribuição dos estudos de look-back/ Transfusion-transmitted HTLV-1/2 and hemovigilance: the contribution of look-back studies

Lopes, Maria Sueli S. N.; Proietti, Anna Barbara F. C.
2008-01-01

Resumo em português Os vírus linfotrópicos de células T humana tipo 1 (HTLV-1) e tipo 2 (HTLV-2) foram os primeiros retrovírus identificados em humanos, em 1980 e 1982, respectivamente. O HTLV-1 é associado à leucemia/linfoma de células T do adulto (ATL) e mielopatia associada ao HTLV-1/ paraparesia espástica tropical (HAM/TSP). Tais vírus podem ser transmitidos por via vertical (mãe para criança) principalmente pela amamentação; por via sexual e via parenteral (usuários de dro (mais) gas e transfusão de sangue e componentes). Nas áreas endêmicas, as transmissões vertical e sexual têm sido as principais vias para a disseminação da infecção por HTLV-1. Porém, a hemotransfusão parece ter importante participação na introdução do HTLV em populações não endêmicas. A via mais eficaz de transmissão transfusional do HTLV-1 é através de componentes celulares do sangue contaminado. No passado, isso ocorria principalmente através da transfusão de sangue não testado para o HTLV-1/2. Eficiência de transmissão transfusional da ordem de 60% foi descrita nos primeiros trabalhos japoneses. Subseqüentemente, extremos de 13% a 80% foram descritos nos estudos retrospectivos realizados nos Estados Unidos. Tamanha variação na eficiência da transmissão transfusional foi influenciada pelos parâmetros: tipo do produto sangüíneo, tempo decorrido entre a coleta dos componentes celulares até seu uso transfusional e carga proviral do HTLV no doador. Estima-se que 4% a 8% dos receptores de unidades celulares infectados por HTLV-1 possam desenvolver HAM/TSP, sendo raros os casos descritos de ATL nestes receptores. "Look-back"é o termo usado em hemovigilância para um programa que notifica grupos de receptores de hemotransfusão, de seus riscos quanto à exposição a um agente infeccioso por ocasião de transfusão prévia. "Look-back targeted"é o programa para identificar receptores de unidades previamente doadas por doadores específicos e que subseqüentemente tenham sido identificados como infectados por um agente específico (por exemplo, HTLV). Isto engloba identificação das unidades de hemocomponentes previamente utilizadas. Os receptores vivos e localizáveis são então notificados de seu risco potencial, habitualmente por seu médico. Testes laboratoriais são oferecidos para verificar se houve a transmissão da infecção. Vários estudos de "look-back"realizados em áreas endêmicas de HTLV motivaram a implementação de testes de triagem universal para doadores de sangue. Durante os últimos vinte anos, o teste de triagem para o HTLV-1/2 foi implantado em vários países do mundo. Essa importante medida de saúde pública exclui indivíduos soropositivos do grupo de doadores e resulta em menor taxa de infecção entre receptores de hemocomponentes e de novas infecções na população geral. Resumo em inglês In 1980 and 1982, respectively human T-Lymphotropic virus type 1 (HTLV-1) and type 2 (HTLV-2) were the first retroviruses identified in human beings. HTLV-1 is associated with adult T cell leukemia/lymphoma (ATL) and HTLV-associated myelopathy/Tropical Spastic Paraparesis (HAM/TSP). These viruses can be transmitted vertically (from mother to child), mainly by breast feeding; by sexual relationships and parenteral drug delivery (intravenous drug users and transfusion of bl (mais) ood and blood components). In endemic areas, vertical and sexual transmission has been the principal manner of dissemination of HTLV-1 infection. However, blood transfusion seems to have an important role in introducing HTLV in non-endemic populations. The most efficient way of transmission of HTLV-1 is through cell components of contaminated blood. In the past, this occurred chiefly through blood transfusions not tested for HTLV-1. An efficiency of transfusion transmission of 60% was described in the first reports of Japanese research. Thereafter, extremes of 13% to 80% were described in retrospectives studies performed in the USA. Such variations in the efficiency of transmission by transfusions were influenced by parameters such as: blood product type, time spent from collection of the cell components until its transfusion and proviral load of the donor. It is estimated that about 4 to 8% of receptors of HTLV infected cell units can develop HAM/TSP, with ATL being rare in these receptors. Look-back is the term used in hemovigilance for a program that notifies blood transfusion receptors of the risks involved in exposure to infectious agents due to a preceding transfusion. "Targeted look-back"is the program used to identify receptors of blood units donated by specific individuals that subsequently have been identified as infected by a specific agent (for example HTLV). This involves identification of previous blood component units transfused. The receptors that are alive and located are notified of the possible risk of being infected, usually by their physician. Laboratorial tests are performed to check the receptor serostatus. Many look-back studies accomplished in endemic areas of HTLV promoted the improvement of universal screening tests of blood donors. During the last 20 years, screening tests for HTLV-1/2 were implemented in many countries worldwide. This important public health measure excluded seropositive individuals from the donor pool and has resulted in a reduction of the infection rate among blood component receptors, thereby decreasing the HTLV infection rates in the general population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Hiperplasia adrenal macronodular independente de ACTH (AIMAH): aspectos clínicos e moleculares/ Clinical and molecular aspects of the ACTH: independent bilateral macronodular adrenal hyperplasia

Antonini, Sonir R.; Fragoso, Maria Cândida; Lacroix, André
2004-10-01

Resumo em português A AIMAH é caracterizada pela presença de macronódulos em ambas as adrenais, na ausência da estimulação do ACTH. Habitualmente, as manifestações clínicas aparecem somente após várias décadas de vida, provavelmente em função da baixa atividade esteroidogênica do tecido hiperplásico. Entretanto, em indivíduos assintomáticos cuja AIMAH foi descoberta acidentalmente, o eixo HHA já se encontra alterado. Estudos têm demonstrado que, na maioria dos casos de AI (mais) MAH, a secreção de cortisol é regulada de modo "aberrante" por hormônios como o GIP, AVP, catecolaminas, LH/hCG e serotonina, através de seus respectivos receptores, ectópicos ou eutópicos, porém aberrantemente acoplados à esteroidogênese. Os mecanismos moleculares responsáveis pela expressão ectópica dos receptores hormonais e/ou de seu acoplamento anormal à esteroidogênese adrenal ainda são pouco conhecidos. Embora a expressão aberrante destes receptores hormonais possa desempenhar um papel importante na iniciação da proliferação celular aumentada, bem como na esteroidogênese, é provável que eventos genéticos adicionais ocorram, envolvendo a regulação do ciclo celular, adesão e transcrição. Mutações no gene GNAS1 não associadas à síndrome de McCune-Albright podem ser encontradas em raros casos de AIMAH. Em alguns casos, a presença de receptor hormonal aberrante abre novas possibilidades de tratamento farmacológico específico do hipercortisolismo, seja isolado ou associado à adrenalectomia unilateral. Resumo em inglês AIMAH is a clinical condition characterized by the presence of adrenal macronodules even in the absence of ACTH. Usually the clinical overt syndrome only becomes apparent after several decades of life; this is probably due to the low steroidogenic enzyme capacity of the hyperplastic tissue. However, in asymptomatic individuals in whom the AIMAH was incidentally discovered, the HHA axis is usually disrupted. In the great majority of AIMAH cases, cortisol secretion is aberr (mais) antly regulated by hormones such as GIP, AVP, beta-adrenergic agonists, LH/hCG and in some cases by serotonin, acting through their specific receptors. The molecular mechanisms responsible by ectopic expression of such hormone receptors and/or their aberrant coupling to steroidogenesis are still largely unknown. Although this aberrant expression may have an important role in the augmented cell proliferation initiation, as well as in the steroidogenesis, it is probable that additional genetic events involving cell cycle regulation, adhesion and transcription occur. In rare cases GNAS1 mutations not related to McCune-Albright syndrome may be found in this condition. In some patients, the presence of aberrant hormone receptors creates the possibility of specific pharmacological treatment, isolated or associated with unilateral adrenalectomy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Imobilidade: uma ação essencial dos anestésicos inalatórios/ Immobility: essential inhalational anesthetics action/ Inmovilidad: una acción esencial de los anestésicos inhalatorios

Duarte, Leonardo Teixeira Domingues; Saraiva, Renato Ângelo
2005-02-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A imobilidade é uma característica essencial da anestesia geral e que deve ser buscada e mantida durante todo o ato anestésico. A potência anestésica, chamada Concentração Alveolar Mínima (CAM), é a expressão da inibição dos movimentos em resposta a estímulos nociceptivos. Entretanto, apesar da medula espinhal ser reconhecida como principal mediadora da imobilidade cirúrgica, os mecanismos celulares e subcelulares da ação dos ane (mais) stésicos inalatórios para produzirem imobilidade não são, ainda, totalmente conhecidos. Tendo em vista o grande avanço na pesquisa dos mecanismos de ação dos anestésicos inalatórios e a resultante grande quantidade de informações, essa revisão tem como objetivo avaliar criticamente os estudos clínicos e experimentais realizados para identificação dos mecanismos e locais de ação dos anestésicos inalatórios para produção de imobilidade em resposta a estímulos nociceptivos. CONTEÚDO: Os mecanismos de ação dos anestésicos inalatórios no SNC podem ser divididos em três níveis: macroscópico, microscópico e molecular. No aspecto macroscópico, estudos comportamentais mostraram ser a medula espinhal o principal local da ação anestésica para promover imobilidade em resposta à estimulação dolorosa. No nível celular, a excitabilidade dos motoneurônios, neurônios nociceptivos e a transmissão sináptica estão, todos, envolvidos na ação dos anestésicos inalatórios. Sob o ponto de vista molecular, diversos receptores são afetados pelos anestésicos, mas poucos devem mediar diretamente a ação anestésica. Entre estes, destacam-se os receptores de glicina, NMDA de glutamato, 5-HT2A, e canais de sódio voltagem-dependentes. CONCLUSÕES: A imobilidade produzida pelos anestésicos inalatórios é mediada, principalmente, através de uma ação sobre a medula espinhal. Esse efeito ocorre pela ação anestésica sobre a excitabilidade dos neurônios motores espinhais, mas também sobre neurônios e interneurônios nociceptivos do corno posterior da medula. A ação sobre os receptores específicos exerce efeito sobre a transmissão sináptica desses neurônios. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La inmovilidad es una característica esencial de la anestesia general que debe ser buscada y mantenida durante todo el acto anestésico. La potencia anestésica, llamada Concentración Alveolar Mínima (CAM), es la expresión de la inhibición de los movimientos en respuesta a estímulos nociceptivos. Mientras, a pesar de la médula espinal ser reconocida como principal mediadora de la inmovilidad quirúrgica, los mecanismos celulares y subcelu (mais) lares de la acción de los anestésicos inhalatorios para que produzcan inmovilidad no son, aún, totalmente conocidos. Considerando el grande avance en la pesquisa de los mecanismos de acción de los anestésicos inhalatorios y el resultado de grande cantidad de informaciones, esa revisión tiene como objetivo evaluar críticamente los estudios clínicos y experimentales realizados para identificación de los mecanismos y locales de acción de los anestésicos inhalatorios para producir inmovilidad como respuesta a estímulos nociceptivos. CONTENIDO: Los mecanismos de acción de los anestésicos inhalatorios en el SNC pueden ser divididos en tres niveles: macroscópico, microscópico y molecular. En el aspecto macroscópico, estudios comportamentales mostraron que la médula espinal es el principal local de la acción anestésica para promover inmovilidad en respuesta a la estimulación dolorosa. A nivel celular, la excitabilidad de los motoneuronios, neuronas nociceptivas y la transmisión sináptica están, todos, envueltos en la acción de los anestésicos inhalatorios. Bajo el punto de vista molecular, diversos receptores son afectados por los anestésicos, pero pocos deben mediar directamente la acción anestésica. Entre éstos, se destacan los receptores de glicina, NMDA de glutamato, 5-HT2A, y canales de sodio voltaje-dependientes. CONCLUSIONES: La inmovilidad producida por los anestésicos inhalatorios es mediada, principalmente, a través de una acción sobre la médula espinal. Ese efecto ocurre por la acción anestésica sobre la excitabilidad de las neuronas motoras espinales, pero también sobre neuronas e interneuronas nociceptivas del cuerno posterior de la médula. La acción sobre receptores específicos ejerce efecto sobre la transmisión sináptica de esas neuronas. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Immobility is an essential component of general anesthesia and should be looked for and maintained throughout anesthesia. Anesthetic potency, called Minimum Alveolar Concentration (MAC), results from the inhibition of movement response to noxious stimulation. However, although spinal cord is recognized as the primary mediator of surgical immobility, cellular and subcelular mechanisms of action of inhaled anesthetics to produce immobility are not (mais) yet totally known. Considering major research advances on mechanisms of action of inhaled anesthetics and resulting wide variety of information, this review aimed at critically evaluating clinical and experimental studies performed to identify sites of action and mechanisms of inhaled anesthetics to promote immobility in response to noxious stimulations. CONTENTS: Complex mechanisms of action of inhaled anesthetics on central nervous system may be divided into three levels: macroscopic, microscopic, and molecular. Macroscopically, behavioral studies have shown spinal cord to be the primary anesthetic site of action to promote immobility in response to noxious stimulations. At cellular level, excitability of motor neurons, nociceptive neurons and synaptic transmission are involved in the anesthetic action. At molecular level, several receptors are affected by inhaled anesthetics, but only a few may directly mediate anesthetic action, among them: glycine, glutamate AMPA and 5-HT2A receptors, in addition to voltage-gated sodium channels. CONCLUSIONS: Inhaled anesthetics-induced immobility is primarily mediated by an action on the spinal cord, as a consequence of anesthetic action upon motor neurons excitability and upon nociceptive neurons of the spinal cord dorsal horn. Actions on specific receptors have an effect on their synaptic transmission.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Transmissão pelo glutamato como alvo molecular na ansiedade/ Glutamatergic neurotransmission as molecular target in anxiety

Carobrez, Antonio de Pádua
2003-12-01

Resumo em português O glutamato (GLU) é o principal neurotransmissor excitatório do cérebro de mamíferos. Os receptores do GLU são classificados em ionotrópicos ou metabotrópicos. A interferência do GLU no desenvolvimento neural, na plasticidade sináptica, no aprendizado e na memória, na epilepsia, na isquemia neural, na tolerância e na dependência a drogas, na dor neuropática, na ansiedade e na depressão tem limitado o uso de compostos que agem nos receptores de GLU, quando ex (mais) iste a necessidade de ações mais seletivas dessas drogas. Dados pré-clínicos em roedores e humanos têm mostrado que compostos que reduzem a ativação do GLU, pelo bloqueio dos seus receptores ou através da redução da sua liberação dos terminais, produzem um perfil ansiolítico em modelos de ansiedade. A aplicação desses compostos em áreas específicas do cérebro, envolvidas na mediação do comportamento defensivo, tal como a substância cinzenta periaquedutal dorsal, também reproduzem o mesmo perfil ansiolítico de ação. O conhecimento crescente acerca da neurotransmissão pelo GLU e o desenvolvimento de compostos mais seletivos atuantes nesta neurotransmissão, renovaram a atenção para esse sistema neurotransmissor como alvo molecular possível para uma nova classe de drogas no tratamento de condições neuropsiquiátricas. Embora incompleta, esta revisão tenta atrair a atenção para a importância de estudos colaborativos entre clínicos e pesquisadores de ciências básicas na geração de idéias para alvos potenciais no desenvolvimento de novos compostos ansiolíticos. e desta maneira contribuir para a compreensão das bases biológicas da ansiedade. Resumo em inglês Glutamate (GLU) is the main excitatory neurotransmitter in the mammalian brain. GLU receptors are classified as ionotropic (iGLUR) or metabotropic (mGLUR). The GLU interference with neural development, synaptic plasticity, learning and memory, epilepsy, neural ischemia, drug addiction, tolerance, neuropathic pain, anxiety and depression, has limited the use of compounds acting on GLU synapses, when there is a need for a selective effect for these drugs. Pre-clinical data (mais) in rodents and humans subjects has shown that compounds that reduce GLU activation either by blocking its receptors or by reducing its release from terminals elicit an anxiolytic profile of action in models of anxiety. When applied to specific brain areas involved in the mediation of defensive behavior, such as the periaqueductal gray matter, these compounds also replicate the same anxiolytic-like profile. The increasing knowledge about GLU neurotransmission and the development of more selective GLU-acting compounds have renewed attention towards this neurotransmismiting system as a possible target for new classes of drugs for the treatment of neuropsychiatric conditions. Although not complete this review tried to draw attention to collaborative studies between clinicians and basic researchers that have provided insight for potential targets in the development of new anxiolytic compounds thus contributing for the understanding of the biological basis of anxiety.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Novos agonistas dopaminérgicos/ New dopaminergic agonists

MATTOS, JAMES PITÁGORAS DE; MATTOS, VÂNIA MARIA DE B. CORRÊA
1999-06-01

Resumo em português Apresentamos breve revisão da literatura sobre os agonistas dopaminérgicos. Referimos os cinco receptores conhecidos e onde estão localizados, as vantagens e as desvantagens de sua utilização nos pacientes com a doença de Parkinson.Introduzidos com o objetivo principal de controlar as limitações da levodopa, aumentando a janela terapêutica, analisamos a farmacocinética, a eficácia e os efeitos colaterais da cabergolina, do ropinirole e do pramipexole. Resumo em inglês We present a brief review of the literature about dopaminergic agonists.We report the five known dopaminergic receptors, where they are located, the advantages and disadvantages of the employment in parkinsonian patients. The dopaminergic agonists were introduced to control the limitations of levodopa-increasing the therapheutic window. We analyse the pharmacocynetic efficacy and the side effects of cabergoline, ropinirole and pramipexole.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Influenza em animais heterotérmicos/ Influenza in heterothermics

Mancini, Dalva Assunção Portari; Mendonça, Rita Maria Zucatelli; Cianciarullo, Aurora Marques; Kobashi, Leonardo Setsuo; Trindade, Hermínio Gomes; Fernandes, Wilson; Pinto, José Ricardo
2004-06-01

Resumo em português O objetivo foi pesquisar Ortomyxovirus em animais heterotérmicos. Coletou-se sangue de serpentes dos gêneros Bothrops e Crotalus e de sapo e rãs dos gêneros Bufo e Rana, para a detecção dos receptores de hemácias e anticorpos específicos, ao vírus influenza, pelos testes de hemaglutinação e inibição da hemaglutinação, respectivamente. Pelo teste de hemaglutinação, verificou-se que serpentes e sapos em cativeiro apresentaram receptores em suas hemácias pa (mais) ra o vírus influenza, humano e eqüino do tipo A e tipo B. O mesmo ocorreu com serpentes recém chegadas. Quanto ao teste de inibição da hemaglutinação dos soros dos répteis observou-se títulos protetores de anticorpos aos vírus influenza tipo A (origens humana e eqüina) e tipo B. Com soro de sapo não se observou reação de inibição da hemaglutinação porém, 83,3% das rãs obtiveram médias de 40UIH para algumas cepas. Conclui-se que animais heterotérmicos podem oferecer condições de hospedeiros aos vírus influenza, assim como susceptibilidade à infecção. Resumo em inglês The objective was to study Orthomyxovirus in heterothermic animals. Blood samples from snakes (genus Bothrops and Crotalus) and from toads and frogs (genus Bufo and Rana) were collected to evaluate the red cell receptors and antibodies specific to influenza virus by the hemagglutination and hemagglutination inhibition tests, respectively. Both snakes and toads kept in captivity presented receptors in their red cells and antibodies specific to either influenza virus type A (mais) (human and equine origin) or influenza type B. The same was observed with recently captured snakes. Concerning the influenza hemagglutination inhibition antibodies protective levels were observed in the reptiles' serum, against influenza type A and type B. Unlike the toads, 83.3% of the frogs presented mean levels of Ab 40HIU for some influenza strains. It was concluded that heterothermic animals could offer host conditions to the influenza virus and also susceptibility to the infection.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Mudança no padrão biológico da migrânea com aura após a utilização da tetrabenazina: relato de caso/ Change in the biologic pattern of the migraine with aura after the use of tetrabenazine: case report

PIOVESAN, ELCIO JULIATO; LANGE, MARCOS CRISTIANO; TEIVE, HÉLIO AURÉLIO GHIZONI; TATSUI, CLÁUDIO ESTEVES; KOWACS, PEDRO ANDRÉ; PIOVESAN, LICIANE MAIA; WERNECK, LINEU CESAR
2000-06-01

Resumo em português A participação do sistema dopaminérgico na fisiopatologia da migrânea tem sido proposta a partir de recentes conquistas genéticas. Uma possível hipereatividade dos receptores dopaminérgicos DRD2 tornou as evidências mais contundentes neste sentido. Descrevemos paciente masculino, 31 anos, portador de distonia generalizada, secundária a hipóxia perinatal. Aos 16 anos, começou a ter crises de cefaléia que preenchiam os critérios para migrânea com aura. Três a (mais) nos após tratamento da distônia com tetrabenazina, observou-se nítida redução da frequência, intensidade e duração das crises. Durante dois períodos, superiores a dois meses, a interrupção do tratamento com tetrabenazina induziu piora nas crises de migrânea. Apresentamos este relato como sendo a primeira descrição na literatura mostrando efeitos benéficos da tetrabenazina, um bloqueador dos receptores dopaminérgicos, sobre o comportamento da migrânea com aura. Resumo em inglês The influence of the dopaminergic system on the pathophysiology of migraine has been suggested as a result of recent genetic discoveries. A possible hyper-reactivity of the dopaminergic receptors DRD2 reinforced the evidence regarding this. We describe a 31 years-old male patient affected by a generalized dystonia secondary to perinatal hypoxia. At age 16, the patient started having headache crises that met the criteria for migraine with aura. After three years of treatme (mais) nt for dystonia with tetrabenazine, a clear reduction in the frequency, intensity and duration of the crises was perceived. During two periods longer than two months, the interruption of the treatment with tetrabenazine brought about an aggravation of the migraine crises. We present this case as being the first description in the literature showing the beneficial effects of tetrabenazine, a blocker of dopaminergic receptors, on the behavior of migraine with aura.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Síndrome de resistência ao hormônio tireoidiano/ Thyroid hormone resistance syndrome

Carvalho, Gisah A. de; Ramos, Helton E.
2004-02-01

Resumo em português A resistência ao hormônio tireoidiano (RHT) é uma síndrome que se caracteriza pela presença de níveis séricos elevados de hormônios tireoidianos (HT) e níveis séricos elevados, ou inapropriadamente normais, de hormônio estimulante da tireóide. Em geral, os pacientes apresentam resistência ao HT tanto em nível hipofisário como em tecidos periféricos. Os indivíduos afetados apresentam fenótipo variável, dependendo da severidade da mutação, da diversidad (mais) e da resposta tecido-específica e outros fatores não relacionados à mutação. Na maioria dos casos, a RHT é secundária a mutações no domínio carboxiterminal do receptor ß do hormônio tireoidiano. A RHT é uma doença autossômica dominante, exceto em uma família descrita, na qual a maioria dos indivíduos é heterozigota para o alelo mutado. Novas técnicas e estudos em modelos animais têm possibilitado uma maior compreensão sobre a ação do receptor de HT; em particular, como os receptores de HT mutantes de pacientes com RHT podem bloquear a função de receptores normais (atividade dominante negativa) e como produzem efeitos diversos nos vários tecidos e entre indivíduos. Resumo em inglês Resistance to thyroid hormone (RTH) is a syndrome characterized by elevated serum thyroid hormone (TH) levels and elevated or inappropriately normal thyrotropin levels. In general, patients exhibit TH resistance in the pituitary and peripheral tissues. The phenotype of RTH is variable; the affected individuals are clinically euthyroid or even hypothyroid depending on the severity of the mutation, the variable hyposensitivity to TH among individuals as well as in different (mais) tissues. In almost all cases the genetic basis of RTH lies in mutation of the carboxyl-terminus of the ß-thyroid hormone receptor. RTH is a dominant disorder, except in one family; most individuals are heterozygous for the mutant allele. New standard techniques and genetically engineered mouse model systems have increased our understanding on TH receptor action, in particular, how mutant thyroid receptors from RTH patients can block wild-type thyroid receptor function (dominant negative activity), and how the mutant receptors can differently affect various tissues and individuals.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Aspectos moleculares da sensibilidade aos glicocorticóides/ Molecular aspects of glucocorticoid sensitivity

Faria, Cláudia D.C.; Longui, Carlos Alberto
2006-12-01

Resumo em português Os glicocorticóides exercem um papel importante na regulação fisiológica e na adaptação a situações de stress, sendo a maioria dos efeitos destes hormônios mediada pela interação com os receptores glicocorticóides. A sensibilidade ao glicocorticóide depende da densidade celular de receptores expressos, bem como da eficiência da transdução do sinal mediada pelo complexo hormônio-receptor. Os estados de resistência ou de hipersensibilidade ao glicocorticó (mais) ide, observados, respectivamente, nas doenças inflamatórias auto-imunes e na síndrome metabólica, podem representar a variabilidade dos fatores que influenciam a cascata de sinalização do glicocorticóide. O reconhecimento destes fatores contribui para uma melhor compreensão tanto do fenótipo clínico e da evolução destas doenças quanto da resposta terapêutica com glicocorticóide. A compreensão destes mecanismos fisiopatológicos também pode contribuir para a escolha de intervenções terapêuticas. Neste artigo de revisão, descrevemos os múltiplos fatores envolvidos nesta cascata de sinalização, os quais são capazes de influenciar a sensibilidade ao glicocorticóide. Resumo em inglês Glucocorticoids play an essential role in maintaining basal and stress-related homeostasis. Most known effects of glucocorticoids are mediated by the intracellular glucocorticoid receptors. The glucocorticoid sensitivity seems to depend on the amount of receptors expressed and the efficiency of glucocorticoid receptor-mediated signal transduction. Glucocorticoid resistance or hypersensitivity, seen in autoimmune-inflammatory diseases and in metabolic syndrome respectively (mais) , can represent the variability of several steps that influence the signaling cascade of glucocorticoid action. The recognition of these steps could provide the understanding of the clinical phenotype and course of such diseases as well as their responsiveness to glucocorticoid therapy. The comprehension of these pathophysiological mechanisms can also improve the possible therapeutic interventions. In this review, we have summarized the multiple factors that have been shown to be involved in this signaling cascade and, thus, to influence glucocorticoid sensitivity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

O efeito molecular e estrutural do hormônio tiroideano no esqueleto/ The molecular and structural effects of thyroid hormone in the skeleton

Gouveia, Cecília H.A.
2004-02-01

Resumo em português O hormônio tiroideano é essencial para o desenvolvimento, maturação e metabolismo ósseos normais. Durante o desenvolvimento, a deficiência do hormônio tiroideano resulta em atraso na maturação do esqueleto e disgênese das epífises, resultando em redução do crescimento e anormalidades esqueléticas. O hormônio tiroideano também tem efeito no osso do adulto. A tirotoxicose é freqüentemente associada ao aumento do metabolismo ósseo e diminuição da massa � (mais) �ssea. Embora a importância do hormônio tiroideano no desenvolvimento e metabolismo ósseos seja clara, os mecanismos que medeiam os efeitos desse hormônio no tecido ósseo apenas começam a ser desvendados. O hormônio tiroideano pode atuar indiretamente no esqueleto, aumetando a secreção de hormônio do crescimento (GH) e insulin-like growth factor-1 (IGF-1); ou diretamente, modulando genes alvo via receptores nucleares específicos. Não se sabe, entretanto, se os principais efeitos do hormônio tiroideano no osso são resultado de ações diretas ou indiretas. Achados in vitro, tais como a presença de receptores de hormônio tiroideano (TR) e a indução de genes e proteínas em células esqueléticas pelo hormônio tiroideano, evidenciam a importância de ações diretas. Esta revisão tem como meta sumarizar os achados in vivo e in vitro relacionados aos efeitos do hormônio tiroideano no esqueleto. Resumo em inglês During development, thyroid hormone deficiency results in delayed skeletal maturation and epiphyseal dysgenesis, resulting in reduced growth and skeletal abnormalities. Thyroid hormone also has effects on bones of adults. Thyrotoxicosis is frequently associated with increased bone turnover and decreased bone mass. However, the mechanisms that mediate its effects on bone tissue are poorly understood. Thyroid hormone acts indirectly in the skeleton, by increasing the secret (mais) ion of growth hormone and insulin-like growth factor-1; or directly, by modulating target genes via specific nuclear receptors. In vitro findings, such as the presence of thyroid receptors (TRs) and the induction of genes and proteins in skeletal cells by thyroid hormone, emphasize the importance of direct actions. The aim of this review is to summarize the in vivo and in vitro findings related to the effects of thyroid hormone on the skeleton.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Novas drogas no tratamento da dispepsia funcional/ New drugs for the treatment of functional dyspepsia

TRONCON, Luiz Ernesto de Almeida
2001-09-01

Resumo em português Racional — A dispepsia funcional caracteriza-se pela ocorrência de sintomas digestivos altos, na ausência de qualquer evidência de doença orgânica ou anormalidade estrutural. O tratamento farmacológico atual desta condição é feito empiricamente com agentes anti-secretores ou drogas pró-cinéticas. Objetivos - Rever os avanços recentes nos conhecimentos sobre os mecanismos responsáveis pelo aparecimento dos sintomas, bem como o desenvolvimento de novas dro (mais) gas capazes de interferir nestes mecanismos, que abrem a perspectiva de tratamento farmacológico mais racional e efetivo da dispepsia funcional. Método - Revisão sistemática do trabalhos publicados em língua inglesa, nos últimos 10 anos. Resultados - Novas drogas que aumentam a propulsão gastroduodenal incluem: derivados benzamídicos análogos da cisaprida, antagonistas dos receptores A da colecistocinina, agonistas de receptores opióides e uma nova classe de agonistas da motilina, semelhantes à eritromicina. Drogas agonistas dos receptores serotoninérgicos do plexo mioentérico, como o sumatriptano e a buspirona, podem aumentar a capacidade de acomodação do bolo alimentar. Por fim, novas drogas, de grupos farmacológicos diversos, estão sendo avaliadas quanto a sua capacidade de reduzir ou modificar a percepção sensorial visceral. Inclui este grupo a octreotida, a loxiglumida, o ondansetron e seus análogos, a fedotozina e os anti-depressivos tricíclicos, em doses baixas. Conclusões - Ainda que as novas drogas apresentem alto potencial de aperfeiçoar o tratamento da dispepsia funcional, há a necessidade de ensaios controlados, com número adequado de pacientes, para se comprovar a eficácia desses medicamentos. Além disso, as dificuldades em determinar o mecanismo subjacente aos sintomas pode limitar o impacto positivo das novas drogas no tratamento da dispepsia funcional. Resumo em inglês Background — Functional dyspepsia is defined by upper gastrointestinal symptoms without any evidence of structural abnormalities or organic disease. Current pharmacological treatment of functional dyspepsia is largely empirical and involves anti-secretory or prokinetic drugs. Aims - To review recent advances in the understanding of the mechanisms involved in symptom production in functional dyspepsia, as well as the development of new drugs that may interfere with th (mais) ese mechanisms, which may lead to more rational and effective treatment of this clinical condition. Method - Systematic review of papers published in English for the last 10 years. Results - New drugs that increase propulsive gastroduodenal motor activity include new benzamides similar to cisapride, CCK-A blockers, agonists of opiate receptors and motilin agonists similar to erythromycin. A number of agents, including sumatriptan and buspirone, stimulates serotonin receptors in the myoenteric plexuses and have been shown to increase gastric accommodation to a meal. Finally, a number of new drugs that either increase thresholds for visceral perception or modify sensations is currently under investigation. This includes agents of several groups, such as octreotide, loxiglumide, ondansetron and other serotonin blockers, fedotozine and tricyclic antidepressant at low doses. Conclusions - Although these new drugs may improve the pharmacological approach to the treatment of functional dyspepsia, there is a need for randomized, controlled trials to assess their efficacy. Moreover, difficulties related to the identification of the mechanisms underlying symptoms may limit the utilization of these new drugs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Leptina: o diálogo entre adipócitos e neurônios

Negrão, André B.; Licinio, Julio
2000-06-01

Resumo em português A descoberta da leptina trouxe consigo um interesse renovado sobre o estudo do controle homeostático da energia. Sabe-se agora que o tecido adiposo branco é o maior sítio de produção da leptina. Uma vez na circulação sangüínea ela se liga a receptores específicos no cérebro, levando ao sistema nervoso central um sinal de saciedade que reflete a quantidade existente de energia em forma de gordura no organismo. Agindo por intermédio de receptores que fazem uso d (mais) a via JAK/SAT de transdução do sinal intracelular, a leptina modifica a expressão e a atividade de inúmeros peptídeos hipotalâmicos que regulam o apetite e o gasto de energia. Além disso, a leptina sinaliza o estado nutricional do organismo a outros sistemas fisiológicos, modulando a função de várias glândulas alvo. Mais recentemente, a leptina recombinante foi administrada com sucesso numa paciente obesa com deficiência do hormônio devido a uma mutação do gene ob. Por outro lado, os efeitos da leptina recombinante no único estudo em pacientes com obesidade e concentrações elevadas de leptina foram menos impressionantes. Nesta revisão, discutiremos a complexidade das ações da leptina com ênfase no seu papel integrativo de sinalizadora do estado nutricional para o organismo. Resumo em inglês The discovery of leptin led to a renewed interest in the study of enegy homeostasis. It is now recognized that white adipose tissue is the major site of leptin synthesis. After it is secreted into the bloodstream leptin binds itself to specific receptors in the brain, providing the central nervous system with a satiety signal that reflects the amount of energy stored as fat. Acting through receptors that transduce a signal by the JAK/STAT pathway, leptin modifies the expr (mais) ession and activity of hypothalamic peptides that regulate appetite and energy expenditure. In addition, leptin signals nutritional status to other physiological systems and modulates the function of several target glands. More recently, recombinant leptin was successfully given to an obese patient with leptin deficiency due to a mutation in the ob gene. On the other hand, the effects of recombinant leptin in the only study with obese patients and increased levels of circulating leptin were less impressive. Here we review the complexity of leptin actions with a focus on its integrative role as a signal of nutritional status for the organism.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Avanços na elucidação dos mecanismos de ação de Cimicifuga racemosa (L.) Nutt. nos sintomas do climatério/ Advances on the elucidation of mechanisms of action of Cimicifuga racemosa (L.) Nutt. in climacteric symptoms

Silva, A.G.; Brandão, A.B.; Cacciari, R.S.; Soares, W.H.
2009-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi levantar os avanços ocorridos para a compreensão da atuação terapêutica de Cimicifuga racemosa, um fitoterápico utilizado no tratamento dos sintomas do climatério em mulheres nas quais a terapia de reposição hormonal (TRH) é contra-indicada. A revisão bibliográfica possibilitou concluir que existem quatro principais hipóteses para esclarecer a base mecanística de ação: indução de apoptose por meio da ativação de caspases, (mais) inibição do ciclo celular em G1 por alteração de proteínas reguladoras, efeito central em receptor 5HT e ação estrogênica evidenciada pela inibição seletiva dos receptores nicotínicos da acetilcolina. Porém, é incipiente a produção científica abordando as bases moleculares que sustentem os referidos mecanismos de ação. Ainda há necessidade de elucidação quanto à possível existência de pelo menos mais um receptor estrogênico que possa ser o alvo de ligação para as substâncias ativas de C. racemosa, bem como avançar no conhecimento da atividade reguladora seletiva de receptores estrogênicos já evidenciada em estudos de farmacologia experimental. Resumo em inglês The aim of this survey was to assemble the advances in the comprehension of the therapeutic action of Cimicifuga racemosa, a phytotherapic drug used in the treatment of climacteric symptoms in women to whom the usual hormonal replacement therapy (HRT) is counter-indicated. This literature review led to the conclusion that there are four main hypotheses to elucidate the mechanistic basis of action: apoptosis induction by means of caspase activation, cell cycle inhibition a (mais) t G1 step through disturbance of regulatory proteins, central effect on 5HT receptors, and estrogenic action evidenced by selective inhibition of nicotinic acetylcholine receptors. However, scientific literature is still incipient in supporting the molecular bases for the previously proposed mechanisms of action. There is also the need to elucidate a probable new estrogen receptor that might be the target for active substances from C. racemosa, as well as to advance on the knowledge of the selective modulation of estrogen receptors, which has already been evidenced by experimental pharmacology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

TGFbeta, activina e sinalização SMAD em câncer de tiróide/ TGFbeta, activin and SMAD signalling in thyroid cancer

Kimura, Edna T.; Matsuo, Sílvia E.; Ricarte-Filho, Júlio Cézar
2007-07-01

Resumo em português TGFbeta e activina são membros da superfamília TGFbeta e desempenham um amplo papel no desenvolvimento, proliferação e apoptose. Estes fatores de crescimento exercem seus efeitos biológicos ligando-se a receptores de membrana do tipo I e do tipo II que transduzem a sinalização até o núcleo através da fosforilação das proteínas R-SMADs (SMAD 2/3) e co-SMADs (SMAD4). O controle apropriado da via de TGFbeta/activina ainda depende da regulação negativa exercida (mais) pelo SMAD inibitório (SMAD7) e pelas enzimas E3 de ubiquitinação (Smurfs). Fisiologicamente, TGFbeta e activina atuam como potentes inibidores da proliferação na célula folicular tiroidiana. Desta forma, alterações de receptores e componentes da via de sinalização SMAD estão associadas a diferentes tipos de tumores. Desde que TGFbeta e activina geram sua sinalização intracelular utilizando os mesmos componentes da via SMAD, o desequilíbrio desta via prejudica dois processos anti-mitogênicos da célula. Nesta revisão, enfocamos aspectos que indicam o mecanismo de resistência ao efeito inibitório de TGFbeta e activina ocasionado pelo desequilíbrio da via de sinalização SMAD nas neoplasias da tiróide. Resumo em inglês TGFbeta and activin are members of the TGFbeta superfamily and play a wide role in development, proliferation and apoptosis. These growth factors exert their biological effects by binding to the type I and II membrane receptors to transduce their signalling through the nucleus by phosphorylation of R-SMADs (SMAD 2/3) and co-SMADs (Smad 4). The proper control of TGFbeta/activin pathway is negatively regulated by inhibitory SMAD (SMAD7) and by E3 ubiquitination enzymes (Smu (mais) rfs). Physiologically, TGFbeta and activin act as potent growth inhibitors in thyroid follicular cell. Thus, alterations in the receptors and components of SMAD signalling pathway are associated with several types of tumors. Since TGFbeta and activin generate their intracellular signalling through the same components of the SMAD pathway, the unbalance of this pathway impairs both of anti-mitogenic signals in the cell. This review addresses aspects of the molecular mechanisms in the understanding of resistance to the growth inhibitory effects of TGFbeta and activin due to the disequilibrium in the SMAD inhibitory pathway in thyroid neoplasia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Efeitos hemodinâmicos e metabólicos da infusão de vasopressina em crianças com choque/ Hemodynamic and metabolic effects of vasopressin infusion in children with shock

Baldasso, Elisa; Garcia, Pedro Celiny Ramos; Piva, Jefferson P.; Einloft, Paulo Roberto
2007-11-01

Resumo em português OBJETIVO: A vasopressina é um hormônio neuropeptídico utilizado clinicamente há mais de 50 anos, com papel importante na homeostase circulatória e na regulação da osmolalidade sérica. Seu papel no tratamento do choque vem recebendo ênfase recentemente. Foram revisadas a fisiologia deste neuro-hormônio e as evidências disponíveis para sua utilização no contexto de choque com vasodilatação na criança. FONTES DOS DADOS: MEDLINE, usando os termos vasopressin, (mais) vasodilation, shock, septic shock, e sinônimos e termos relacionados, além de publicações clássicas referentes ao tema, sendo escolhidas as mais representativas. SÍNTESE DOS DADOS: A vasopressina é sintetizada na neuro-hipófise e liberada em resposta à diminuição da volemia ou ao aumento da osmolalidade plasmática. A ação da vasopressina dá-se pela ativação de vários receptores acoplados à proteína G, os quais são classificados, de acordo com sua localização e rotas de transmissão intracelular, em receptores V1 (ou V1b), V2 e V3 (ou V1b) e por receptores de ocitocina. A função central da vasopressina é causar vasoconstrição, embora, em determinados órgãos, possa promover vasodilatação seletiva. Diversos estudos clínicos em adultos e crianças apontam efeitos benéficos e seguros da vasopressina no tratamento do choque com vasodilatação por diversas causas. CONCLUSÃO: As evidências são restritas, os estudos na maioria são retrospectivos e com número reduzido de pacientes, mas já há uma experiência bastante significativa no que diz respeito a seu uso em pediatria. A vasopressina possui um efeito clinico benéfico na criança e pode ser indicada no tratamento do choque refratário com vasodilatação, depois de adequada reposição volêmica e quando altas doses de outros vasopressores não foram eficazes. Resumo em inglês OBJECTIVE:Vasopressin is a neuropeptide hormone which has been used clinically for more than 50 years and plays a major role in circulatory homeostasis and in the regulation of serum osmolality. Recent work has emphasized its role in the treatment of septic shock. This paper reviews the physiology of this neurohormone and the available evidence in favor of its use as a vasodilator for children in shock. SOURCES: MEDLINE, using the terms vasopressin, vasodilation, shock an (mais) d septic shock, plus synonyms and related terms. Classic publications on the topic were also reviewed and selected depending on their relevance to the study objectives. SUMMARY OF THE FINDINGS: Vasopressin is synthesized in the neurohypophysis and released in response to a decrease in plasma volume or an increase in serum osmolality. The action of vasopressin is mediated by the activation of oxytocin receptors and of several G protein-coupled receptors, which are classified according to their location and intracellular transmission routes as V1 receptors (or V1b), V2 and V3 receptors (or V1b). The main role of vasopressin is to induce vasoconstriction. However, in certain organs, it can also induce selective vasodilation. Several clinical studies in adults and children have reported that the effects of vasopressin for the treatment of vasodilatory septic shock, due to a variety of causes, are both beneficial and safe. CONCLUSIONS: The evidence is restricted. Most studies are retrospective and include a small number of patients. Nevertheless, there is significant experience concerning the use of vasopressin in Pediatrics. Vasopressin has a beneficial clinical effect in children and can be indicated in the treatment of refractory vasodilatory shock, after adequate volume resuscitation and when high doses of other vasopressors are not effective.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Banco de ossos/ Bone bank

Alencar, Paulo Gilberto Cimbalista de; Vieira, Inácio Facó Ventura
2010-01-01

Resumo em português Bancos de ossos são necessários para prover material biológico para uma série de procedimentos ortopédicos. A crescente necessidade de tecidos musculoesqueléticos para transplante é decorrente do desenvolvimento de novas técnicas cirúrgicas e fez com que diversos serviços se dispusessem a ter sua própria fonte de tecidos para transplante. Para aumentar a segurança dos tecidos transplantados, normas foram impostas pelo governo para o funcionamento dos bancos, o (mais) que limitou o número de instituições autorizadas. O bom desempenho de um banco de ossos depende de um rígido controle de todas as etapas, passando pela formação de equipes bem treinadas para captação, pela seleção de doadores, pela realização de diversos exames nos tecidos captados e pelo controle rigoroso das técnicas de processamento utilizadas. A associação desses fatores faz com que a abrangência do uso e do número de pacientes receptores seja ampliada, a contaminação de tecidos seja de incidência estatisticamente desprezível e haja rastreabilidade entre doadores e receptores. Este trabalho descreve as considerações técnicas quanto ao funcionamento de um banco, uso de enxertos e aplicações ortopédicas, bem como aspectos éticos e principais obstáculos enfrentados. Resumo em inglês Bone banks are necessary to provide biological material for a series of orthopedic procedures. The growing need for musculoskeletal tissues for transplantation is due to the development of new surgical techniques, and has made it so that a variety of services were willing to have their own source of tissue for transplantation. To increase the safety of transplanted tissues, standards for the operation of banks were imposed by the government, which limited the number of au (mais) thorized institutions. The good performance of a bone bank depends on strict control of all stages, from the formation of well-trained teams for capturing, for donor selection, for conducting various tests on the tissues obtained, and by the strict control of the processing techniques used. The combination of these factors makes it so that the scope of use and the number of recipient patients increases, the incidence of tissue contamination is statistically insignificant, and that there is traceability between donors and receptors. This paper describes the technical considerations regarding the functioning of a bank, use of grafts and orthopedic applications, as well as ethical aspects and the main obstacles encountered.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Os múltiplos sujeitos da publicidade contemporânea/ The multiple actors of contemporary advertising/ Los múltiplos temas de la publicidad contemporánea

Trindade, Eneus; Perez, Clotilde
2009-10-01

Resumo em português O texto procura apresentar as categorias das manifestações de sujeito/pessoa mais recorrentes no discurso publicitário contemporâneo, apresentando uma tipologia que pretende discutir a partir da cultura e dos signos midiáticos instaurados pela publicidade, modos de analisar a sintaxe e a semântica no encadeamento das estruturas discursivas publicitárias, justamente por tentar compreender os mecanismos formais de constituição das subjetividades discursivas, neste (mais) objeto midiático plural. Tal entendimento é particularmente relevante quando constatamos a complexidade das relações sociais, a fragmentação cotidiana dos mídias e as necessárias ressignificações que o discurso publicitário é prescrito a fazer na busca da persuasão dos receptores/consumidores. Resumo em espanhol Este trabajo tiene como objetivo presentar las categorías de las expresiones del sujeto / persona más recurrente en el discurso publicitario contemporáneo, presentando una topología que quiere discutir a partir de la cultura y los signos mediáticos interpuestos por la publicidad, las maneras de analizar la sintaxis y la semántica de la serie de estructuras de la publicidad discursiva, sólo por tratar de comprender los mecanismos de constitución de la subjetividad (mais) discursiva, en los medios de comunicación plurales. Esta comprensión es particularmente importante cuando nos damos cuenta de la complejidad de las relaciones sociales, la fragmentación de los medios de comunicación y las resignificaciones que hacen necesario que el discurso publicitario requiere para hacer la búsqueda de convencer a los receptores / consumidores. Resumo em inglês The article aims to present some categories of people manifestations more recurrent in contemporary advertising discourse, presenting a typology to discuss cultural and mediatics aspects generated by advertising semantic and syntax discourses. We want to understand the formal discursive mechanisms of people inside speech advertising executive , considering this kind of text as plural object of media. This kind of comprehension is particular and important when we have a pe (mais) rception about the complexity of social relations with daily fragmentation by media. And we can understand the new means that speech advertising executive is prescribed to persuade receptors and consumers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Citocinas e quimiocinas no transplante renal/ Cytokines and chemokines in renal transplantation

Pereira, André Barreto; Rezende, Nilton Alves de; Teixeira Junior, Antônio Lúcio; Teixeira, Mauro Martins; Simões e Silva, Ana Cristina
2009-12-01

Resumo em português O transplante renal é a melhor modalidade de terapia renal substutiva até o momento. Infelizmente, a sobrevida do enxerto é interrompida pelos episódios de rejeição aguda ou mesmo de fibrose intersticial/atrofia tubular. A dosagem de quimiocinas e citocinas urinárias como ferramenta alternativa para o diagnóstico dessas complicações tem sido relatada nos últimos anos. Estas substâncias estão sabidamente relacionadas com os mecanismos imunoinflamatórios do tr (mais) ansplante renal, podendo ser detectadas no tecido renal, no plasma e na urina de pacientes transplantados. Drogas anti-inflamatórias, inibidores do sistema renina angiotensina e alguns antagonistas de receptores de citocinas, ainda utilizados em nível experimental, podem interferir com a expressão desses mediadores do sistema imune e, por conseguinte, alterar a evolução do transplante renal. Neste sentido, pretende-se neste artigo fazer uma revisão dos estudos sobre a mensuração de citocinas/quimiocinas e dos seus receptores na urina, no plasma e no tecido renal de pacientes transplantados, no intuito de avaliar uma possível associação entre os níveis desses mediadores e as complicações do transplante renal e sobrevida do enxerto. Resumo em inglês Renal transplantation is currently the best modality of renal substitutive therapy. Unfortunately graft survival is interrupted by episodes of acute rejection or even interstitial fibrosis/tubular atrophy. The measurement of urinary chemokines and cytokines as an alternative tool to diagnose these complications has been reported in past years. Those substances are clearly related to the immunoinflammatory mechanisms of renal transplantation, and can be detected in renal t (mais) issue, plasma, and urine samples of transplant recipients. Anti-inflammatory drugs, renin-angiotensin system inhibitors, and some antagonists of cytokines' receptors, although used only experimentally, can interfere with the expression of these immune system mediators and consequently alter renal transplantation outcome. This article reviewed studies on the measurement of cytokines/ chemokines and their receptors in urine, plasma, and renal tissue of transplant recipients, aiming at evaluating a possible association of the levels of those mediators with renal transplantation complications and allograft survival.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Radioligantes para neurorreceptores benzodiazepínicos/ Radioligands for benzodiazepine neuroreceptors

Grallert, Sibila Roberta Marques; Tavares, Leoberto Costa; Araújo, Elaine Bortoleti de
2003-09-01

Resumo em português Os inúmeros avanços técnico-científicos das últimas décadas possibilitaram identificar e caracterizar a estrutura de uma variedade de neurotransmissores e de seus receptores no cérebro, bem como estudar suas interações. Nesse artigo serão relacionados os radiofármacos utilizados em medicina nuclear diagnóstica para acesso a neurorreceptores. Radioligantes cerebrais são moléculas marcadas com isótopos emissores de pósitron ou emissores de fótons (gama emis (mais) sores) que se ligam seletivamente a sítios receptores específicos no SNC (Sistema Nervoso Central). Para utilizaçãoin vivoesses radioligantes não devem apresentar toxicidade e, também, não devem apresentar atividade farmacológica na dose administrada. Utilizando-se ligantes marcados com nuclídeos radioativos, em técnicas como tomografia por emissão de pósitron (PET) e tomografia por emissão de fóton único (SPECT), é possível gerar imagens que auxiliam eficazmente no diagnóstico de doenças neuropsiquiátricas, tanto pela visualização da distribuição e função dos inúmeros tipos de neurorreceptores como pela investigação de anormalidades neuroquímicas. Salienta-se que a utilização dessas técnicas constitui-se em ferramenta de fundamental importância para a exploração funcional do SNC. Resumo em inglês In the last decade several technological advances allowed the biochemical characterization of many specific transmitters and receptors in the brain and the study of the respective interactions. This review focuses the most important radiopharmaceuticals used in diagnostic nuclear medicine to access neuroreceptors. In this case, radioligands are molecules labeled with positron or photon emission (gamma) radioisotopes that interact with a specific neuroreceptor. For in vivo (mais) application, these radioligands must present no toxicity and pharmacological properties in the administered dose. The visualization of the neuroreceptors distribution in brain and the study of the neuroreceptors function is possible using labeled radioligands in diagnostic techniques like positron emission tomography (PET) and single photon emission tomography (SPECT). The same principle can be applied to the investigation of neurochemical abnormalities. This development represents an important tool for the investigation of neurological dysfunction and exploration of functional aspects of the central nervous system.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Transplante de bexiga: estudo piloto/ Bladder transplant: pilot study

Brandt, Frederico Teixeira; Lorenzato, Felipe Rinald; Albuquerque, Carla Daisy Costa
2004-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Desenvolver um modelo biológico que seja viável para o estudo sistemático do transplante de bexiga. MÉTODOS: Cães mestiços vivos são usados como doadores e receptores do segmento supra-trigonal da bexiga. RESULTADOS: Os pacientes tansplantados só fizeram uso de imunossupressão por 15 dias, estão vivos e sadios com 18 meses de transplante. Desde o primeiro mês de transplante os cães apresentam controle funcional da micção, inclusive sem urina residual importante. CONCLUSÃO: Transplante de bexiga em cães é um modelo viável, fisiológico e simples. Resumo em inglês PURPOSE: Our aim was to study the feasible of bladder transplants. METHODS: Alive mongrel dogs are being used as trigone bladder segment donators and receptors RESULTS: The transplanted patients had 15 days of immunosuppression and so far an 18-months satisfactory post-operative outcome. Since a month after surgery, the dogs have been presenting full functional control of micturition and the evaluations have been showing normal bladder storage and contraction capacities. CONCLUSION: bladder transplants in dogs its a possible, physiological and simple model.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Pulmão profundo: Reacção celular ao VIH/ Deep lung: Cellular reaction to HIV

Marques, Maria Alcide Tavares; Alves, Vera; Duque, Victor; Botelho, M Filomena
2007-03-01

Resumo em português A evolução da infecção VIH é caracterizada por uma grande variabilidade individual. Na verdade, omo em outros processos da mesma natureza, depende largamente das complexas inter-relacções que num dado momento se estabelecem entre o hospedeiro e o agente agressor. Contudo, nesta infecção, essa correlação assume um papel determinante. Desde o início da pandemia que o pulmão se assumiu como alvo preferencial de complicações, quer de origem infecciosa quer de o (mais) utras etiologias. A esta inevitabilidade biológica diríamos não serem de facto estranhas as características anatomo-funcionais do órgão, enquanto interface privilegiada entre o meio interno e o ambiente exterior, aliadas a particularidades de ordem imunológica que o tornam, sob muitos aspectos, um órgão único. Cedo se constatou que esta infecção se acompanhava de uma disfunção imunológica progressiva que culminava na completa exaustão deste sistema nas fases terminais da doença. Desde o reconhecimento da SIDA até à presente data foram sendo adquiridos enormes conhecimentos não só em relação ao vírus, como aos seus mecanismos patogénicos, no entanto subsistem ainda numerosas questões para as quais o estado da arte ainda não dispõe de respostas. Nessas incluíriamos os efeitos do VIH na dinâmica celular do pulmão. Vários estudos efectuados, nos quais tivemos oportunidade de participar, demonstraram a apresença de uma alveolite linfocitária durante a fase assintomática da infecção. Desde essa altura têm-se vindo a adquirir novos conhecimentos relativos aos mecanismos imunológicos e bioquímicos subjacentes à entrada do VIH nas células, às células-alvo, ao microambiente citocínico, assim como de outros mediadores celulares envolvidos. Neste contexto, a descoberta de que receptores específicos de quimiocinas actuavam como co-receptores para o VIH abriu definitivamente um novo capítulo na investigação dirigida aos mecanismos responsáveis pelo tropismo viral e infecção celular. Neste âmbito, vários autores têm salientado a importância, para além da molécula CD4, dos receptores quimiocínicos CCR5 e CXCR4 na ligação e, posteriormente, na entrada do vírus nas células, reconhecendo-se em relação ao primeiro uma importância fundamental na transmissão da infecção, enquanto que o CXCR4 parece ser utilizado por estirpes virais que emergem tardiamente no decurso da doença, quer isoladamente, quer em associação com o CCR5. Resumo em inglês The course of HIV infection is accompanied by a wide individual variability. The complex and large interplay between host and viral factors is crucial in the disease’s evolution. The lung has been recognised from the beginning of the disease as one of the main targets of infectious and non-infectious complications of AIDS. In this setting both anatomic and immunologic particularities of this organ play an important role. The hallmark of HIV is progressive immune dysfunct (mais) ion. Despite the intensive research into the pathogenesis, several questions remain to be answered on the dynamic effects of HIV on pulmonary cells. Previous studies in which we have participated showed the early presence of lymphocytic alveolitis from the asymptomatic phase of infection. Since then, many collected data has brought new insights into the immune and biochemical mechanisms involving HIV cell entry, as well as target cells, cytokines and other cellular mediators. In this context, the discovery that specific chemokine receptors could act as co-receptors for HIV, allowed a better understanding of the mechanisms underlying viral cellular entry and tropism. On this issue several authors have reported that in addition to the CD4 molecule, most strains of HIV use the chemokine receptor CCR5 for viral attachment and entry into the host cells. This receptor seems to be very important in disease transmission, whereas CXCR4 receptor tends to be used by the viral strains that emerge later in the disease in addition to or instead of the CCR5.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Anestesia peridural torácica para cirurgia plástica de mama em paciente portadora de miastenia gravis: relato de caso/ Thoracic epidural anesthesia for mammaplasty in myasthenia gravis patient: case report/ Anestesia peridural torácica para cirugía plástica de mama en paciente portadora de miastenia gravis: relato de caso

Barbosa, Fabiano Timbó; Correia, Marta Cristiane Bezerra; Cunha, Rafael Martins da; Cavalcanti, Ismar Lima
2005-06-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A miastenia gravis é uma doença crônica, auto-imune, caracterizada pela fraqueza da musculatura esquelética em decorrência da diminuição dos receptores de acetilcolina na junção neuromuscular. O objetivo deste relato é mostrar um caso de paciente com miastenia gravis submetida a anestesia peridural torácica para cirurgia plástica de mama. RELATO DO CASO: Paciente com 51 anos, portadora de miastenia gravis foi submetida a anestesia pe (mais) ridural torácica com bupivacaína e fentanil. Não houve sinais de depressão respiratória. A paciente recebeu alta hospitalar após 36 horas. CONCLUSÕES: O presente caso sugere como conduta anestésica para o paciente portador de miastenia gravis a anestesia peridural como técnica única, sem a obrigatoriedade de intubação orotraqueal. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La miastenia gravis es una enfermedad crónica, auto-inmune, caracterizada por la debilidad de la musculatura esquelética resultante de la disminución de los receptores de acetilcolina en la unión neuromuscular. El objetivo de este relato es mostrar el caso de una paciente con miastenia gravis sometida a anestesia peridural torácica para una cirugía plástica de mama. RELATO DEL CASO: Paciente del sexo femenino, 51 años, portadora de miast (mais) enia gravis fue sometida a anestesia peridural torácica con bupivacaína y fentanil. No hubo señales de depresión respiratoria. La paciente recibió alta hospitalaria después de 36 horas. CONCLUSIONES: Este actual caso sugiere como conducta anestésica para el paciente portador de miastenia gravis la anestesia peridural como única técnica, sin la obligatoriedad de intubación orotraqueal. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Myasthenia gravis is a chronic autoimmune disease characterized by skeletal muscles weakness promoted by decreased acetylcholine receptors in the neuromuscular junction. This report aimed at describing a case of myasthenia gravis patient submitted to thoracic epidural anesthesia for cosmetic mammaplasty. CASE REPORT: Female patient, 51 years old, with myasthenia gravis and submitted to thoracic epidural anesthesia with bupivacaine and fentanyl. (mais) There was no respiratory depression. Patient was discharged 36 hours later. CONCLUSIONS: Our case suggests epidural anesthesia as a single technique for myasthenia gravis patients, without mandatory tracheal intubation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

O papel das quimiocinas nas uveítes/ The role of chemokines in uveitis

Gonçalves, Roberto Martins; Teixeira, Antônio Lúcio; Campos, Wesley Ribeiro; Oréfice, Fernando
2007-03-01

Resumo em português A inflamação é parte do processo fisiológico que visa reparar o dano tecidual causado por infecção, trauma, auto-imunidade. Quando este processo fisiológico encontra-se alterado, pode contribuir para o aumento do dano tecidual. As quimiocinas e seus receptores são importantes elementos envolvidos no processo de migração celular para os tecidos inflamados. Nas doenças oculares, principalmente nas uveítes, estas proteínas estão sendo identificadas como importa (mais) ntes mediadores da resposta inflamatória. Esta revisão visa discutir o papel das quimiocinas em diversas doenças oculares, dando ênfase aos processos uveíticos. Resumo em inglês Inflammation is part of the physiological process that aims at repairing the damage produced by different causes such as infection, trauma, and autoimmune disease. However, when this physiological process is not regulated, it can contribute to the increase in tissue damage. Chemokines and their receptors are major factors involved in the process of cell migration into inflamed tissues. In the ocular diseases, mainly in uveitis, such proteins have been identified as import (mais) ant mediators of the inflammation process. This review discusses the role of chemokines in several ocular diseases, with emphasis on the uveitic process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Otimização de metodologia para o estudo de genes KIR/ Methodology optimization for KIR genotyping

Rudnick, Cristiane Conceição Chagas; Guelsin, Gláucia Andréia Soares; Marangon, Amanda Vansan; Franceschi, Danilo Santana Alessio; Sell, Ana Maria; Visentainer, Jeane Eliete Laguila
2010-06-01

Resumo em português Receptores killer cell immunoglobulin-like (KIRs) são moléculas localizadas na superfície de células natural killer (NK) e em subpopulações de linfócitos T codificadas por genes do cromossomo 19q13.4. A interação entre receptores KIR e moléculas antígeno leucocitário humano (HLA) de classe I determina se células NK exercerão ou não sua função citotóxica e/ou secretora de citocinas ou se esta será inibida. Este trabalho teve por finalidade otimizar a met (mais) odologia para a genotipagem KIR, baseando-se nas condições descritas por Martin (2004). A técnica utilizada foi a reação em cadeia da polimerase com primers de sequência específica (PCR-SSP) com iniciadores sintetizados pela Invitrogen® e visualização do produto amplificado em gel de agarose a 2% com brometo de etídio. Adaptações foram realizadas e a concentração de alguns reagentes foi alterada, como a do controle interno de 100 nM para 150 nM, iniciadores específicos senso e antissenso de KIR12.5/12.3, KIR13.5/13.3, KIR14.5/14.3, KIR22.5/22.3 e KIR36.5/36.3 de 500 nM para 750 nM e da solução de MgCl2 de 1,5 mM para 2 mM. As concentrações dos demais reagentes e temperaturas de amplificação foram mantidas. Nessas condições, o uso da Taq DNA polimerase recombinante (Invitrogen®) foi satisfatório. Os resultados das genotipagens de 70 indivíduos foram confirmados por rSSO-Luminex® (One Lambda, Canoga Park, CA, EUA). A tipagem de genes KIR por essa técnica apresentou sensibilidade, especificidade, reprodutibilidade e baixo custo. Resumo em inglês The killer cell immunoglobulin-like receptors (KIRs) are molecules expressed on natural killer (NK) cells surface and in T-cell subsets encoded by genes located in chromosome 19q13.4. The interaction between KIR receptors and HLA class I molecules determines if the NK cells will fulfill their cytotoxic function and/or cytokine secretion or if this function will be inhibited. The objective of this work was to optimize KIR genotyping method described by Martin (2004). It wa (mais) s used PCR-SSP (polymerase chain reaction-sequence-specific primers) with primers synthesized by Invitrogen® and visualization of the amplified products on 2% agarose gel electrophoresis, containing ethidium bromide. Some adaptations were made and the reagents had their concentrations increased: the internal control from 100 nM to 150 nM, forward and reverse specific primers KIR12.5/12.3, KIR13.5/13.3, KIR14.5/14.3, KIR22.5/22.3 and KIR36.5/36.3 from 500 nM to 750 nM, and MgCl2 solution from 1.5 mM to 2 mM. Other reagent concentrations and amplification temperatures were maintained. Satisfactory results were obtained with Taq DNA Polymerase Recombinant (Invitrogen®). The results of seventy samples were confirmed by rSSO-Luminex® (One Lambda, Canoga Park, CA, USA). This KIR typing method proved to be accurate, specific, reproducible and cost effective.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Salvia divinorum Epling & Játiva (Maria Pastora) e Salvinorina A: crescente uso recreacional e potencial de abuso/ Salvia divinorum Epling & Játiva ("ska María Pastora") and Salvinorin A: increasing recreational use and abuse potential

Schneider, R.J.; Ardenghi, P.
2010-09-01

Resumo em português A planta Salvia divinorum Epling & Játiva (SDI), da família Lamiaceae, tem sido usada por séculos pela cultura mazateca e vem ganhando popularidade como droga recreacional nos últimos anos. Seu princípio ativo - Salvinorina A (SA) - é agonista dos receptores opióides kappa, com potencial psicotrópico. A utilização da planta vem crescendo na Europa e na América do Norte, apesar de ainda não existirem provas concretas sobre abuso. A presente revisão da literatu (mais) ra contemporânea aborda as evidências sobre o potencial de abuso de SDI, bem como o crescente uso recreacional, ainda que seja alucinógeno permitido legalmente e de fácil compra em muitos países. Resumo em inglês The plant Salvia divinorum Epling & Játiva (SDI), of the Lamiaceae family, has been used for centuries by the Mazateca culture and has gained popularity as a recreational drug in the last years. Its active principle, Salvinorin A (SA), is a potentially psychotropic agonist of the kappa opioid receptors. The use of SDI has increased in Europe and North America, although there are no concrete proofs about abuse. The present review discusses current evidence on potential SD (mais) I abuse, as well as its increasing recreational use, although it is considered a legalized hallucinogen easily acquired in many countries.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Papel do sistema endotelina na nefropatia diabética/ Endothelin system function in diabetic nephropathy

Zanatta, Claudete Maria; Canani, Luís Henrique; Silveiro, Sandra Pinho; Burttet, Lucas; Nabinger, Gustavo; Gross, Jorge Luiz
2008-06-01

Resumo em português A nefropatia diabética (ND) é uma importante complicação crônica do diabetes melito (DM), sendo uma das principais causas dos novos casos de diálise e está associada ao aumento da mortalidade. Os principais fatores de risco são a hiperglicemia, a hipertensão arterial sistêmica (HAS), a dislipidemia e a susceptibilidade genética. O sistema renina-angiotensina (SRA) tem papel importante na gênese e na progressão da ND e existem evidências de interação entre (mais) este sistema e as endotelinas. As endotelinas são peptídeos com potente ação vasoconstritora que atuam modulando o tono vasomotor, a proliferação celular e a produção hormonal. Estes peptídeos agem por meio de dois receptores (ET-A e ET-B), que são expressos nas células endoteliais e no músculo liso vascular. A ativação destes receptores nas células renais leva à complexa cascata de alterações, resultando proliferação e hipertrofia das células mesangiais, vasoconstrição das arteríolas aferentes e eferentes e acúmulo de matriz extracelular. Essas alterações hemodinâmicas renais estão associadas com o aparecimento e a progressão da doença renal no DM. Níveis plasmáticos elevados de endotelina-1 (ET-1) têm sido relatados em pacientes com DM e há algumas evidências que sugerem que o aumento da produção de ET-1 poderia levar a dano glomerular. O uso de drogas antagonistas do receptor da ET-1 em situações de DM experimental tem mostrado propriedades nefroprotetoras, reforçando a importância deste sistema na ND. Resumo em inglês Diabetic Nephropathy (DN) is a major chronic complication of diabetes mellitus (DM), and one of the main causes of new cases for dialysis, being associated with increasing mortality. The main risk factors for DN are hypertension, hyperglycemia, dyslipidemia, and genetic susceptibility. The renin-angiotensin system (RAS) plays an important role in genesis and progression of DN and there is evidence of an interrelationship between this system and the endothelins. Endothelin (mais) s are powerful vasoconstrictor peptides and act as modulators of vasomotor tone, cell proliferation, and hormone production. These peptides act through two types of receptors (ET-A and ET-B) and are expressed on endothelial cells and vascular smooth-muscle cells. Activation of this receptor in renal cells leads to a complex signaling cascade resultanting in stimulation of mesangial cell hypertrophy, proliferation, contraction, and extracellular matrix accumulation. These hemodinamic renal alterations are associated with the onset and progress of renal disease in DM. Elevated endothelin-1 (ET-1) levels have been reported in patients with DM. There is evidence suggesting that an increase in the production of ET-1 leads to glomerular damage. The use of ET receptor antagonists has been reported as renoprotective, correcting the early hemodynamic abnormalities in experimental DM, reinforcing the importance of this system in DN.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Avaliação morfológica e dos mecanismos de mobilização de Ca2+ pela glicose e acetilcolina em células pancreáticas humanas/ Morphologic evaluation and Ca2+ mobilization by glicose and acetylcholine in human pancreatic cells

Cardoso, Daniela Espinha; França, Lucimar Pereira de; Chinen, Elisângela; Moraes, Andréa A.F. Souza; Ferreira, Alice Teixeira; França, Jerônimo Pereira de
2007-04-01

Resumo em português OBJETIVOS: Avaliar a morfologia das organelas e do citoesqueleto em células pancreáticas humanas cultivadas e a mobilização de Ca2+ em resposta à glicose e ACh por medidas fluorimétricas. MATERIAL E MÉTODOS: As células foram semeadas em lamínulas, fixadas e marcadas com uma combinação de fluoróforos: o núcleo foi corado com DAPI e as mitocôndrias, com Mytotracker Red. Foram utilizados faloidina e anticorpos secundários conjugados com Alexa Fluor verde e ver (mais) melho fluorescentes (488 e 594) para identificar proteína actina F e receptor muscarínico tipo M3, respectivamente. Para estudar a mobilização de Ca2+, as células foram incubadas com fura-2/AM. RESULTADOS: As células pancreáticas humanas apresentaram morfologia preservada com grande quantidade de mitocôndrias. Na região de maior densidade celular, evidenciou-se as pseudo-ilhotas e os receptores muscarínicos M3. Por meio da elevação da [Ca2+]c, devido à ação da glicose e ACh, mostrou-se preservação da capacidade responsiva a esses estímulos e foi dependente de concentração desses agonistas. A glicose promoveu uma resposta sustentada e a ACh induziu uma resposta bifásica. CONCLUSÃO: As células pancreáticas humanas cultivadas conservaram sua morfologia. A mobilização de Ca2+ em resposta à glicose e a ACh confirma a sua funcionalidade. Os receptores muscarínicos M3 estão presentes nessas células. Resumo em inglês AIMS: The proposal of this study was to analyze morphology of the organelles and cytoskeleton in human pancreatic cells cultured and the mobilization of the cytosolic calcium ([Ca2+]c) in response to glucose and ACh by fluorimetry method. MATERIAL AND METHODS: The cells were plated on glass coverslips, fixed and stained with a combination of fluorophores: the nuclei were stained with DAPI and mitochondria with Mytotracker Red. It was used phalloidin and the secondary anti (mais) bodies Alexa Fluor conjugated green and red-fluorescent (488 and 594) to identify the protein cell actin F and type M3 muscarinic receptor respectively. The cells also were loaded with fura-2/AM to study Ca2+ mobilization. RESULTS: The human pancreatic cells show characteristics morphologically preserved with great amount of mitochondria. In region major cell density was evidenced pseudo-islets and type M3 muscarinic receptors. Through increase of [Ca2+]c due to action of glucose and ACh were shown that the cells’ capacity to respond to these stimuli were conserved. The elevation of the [Ca2+]c depended on concentration by glucose-induced promoting sustained phase and ACh-induced a biphasic response. CONCLUSION: The morphologic characteristics of human pancreatic cells cultured were preserved. The Ca2+ mobilization in response to glucose and ACh confirmed its functionality. The expression of the M3 muscarinic receptors in human pancreatic cell cultured was demonstrated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Células natural killer e vigilância imunológica/ Natural killer cells and immune surveillance

Jobim, Mariana; Jobim, Luiz F. J.
2008-08-01

Resumo em português OBJETIVOS: Analisar a importância das células natural killer, de seus receptores killer immunoglobulin-like receptors e correspondentes genes (KIR) na vigilância imunológica do organismo contra agentes infecciosos, transplantes de células-tronco hematopoiéticas, assim como sua participação na auto-imunidade. As características e o polimorfismo dos genes e receptores KIR na população brasileira serão descritos. FONTES DOS DADOS: Livros, artigos de revisão e ar (mais) tigos científicos recentes são citados e listados na bibliografia. A experiência pessoal é também apresentada. SÍNTESE DOS DADOS: Identificamos o perfil de genes e haplótipos KIR na população caucasóide brasileira, sendo de importância esse conhecimento para a análise da relação desse sistema com doenças. Examinamos 116 indivíduos doadores voluntários de medula óssea, identificando-se 32 genótipos e a presença de 51 e 49% de haplótipos A e B, respectivamente. Foi realizado estudo comparativo entre os nossos genótipos e os de outras populações. CONCLUSÕES: A imunidade inata é uma barreira antiinfecciosa de importância em pediatria. Ela atua de maneira independente da imunidade celular e humoral, sendo mais rápida que as demais fontes de proteção do organismo. Ao mesmo tempo, ela estimula os linfócitos T CD8 a agirem e amplificarem a rede de proteção imunológica. Entretanto, como na maioria das vezes em que a imunidade atua, ela também pode ser prejudicial, agredindo o organismo por mecanismos auto-imunes ou mesmo, na sua ausência, oferecer espaço aos agentes infecciosos para agirem de forma impune. Resumo em inglês OBJECTIVES: To analyze the importance of natural killer cells, their killer immunoglobulin-like receptors (KIR) and genes in autoimmunity and in the immune surveillance against infectious agents and stem cells transplantation. The characteristics and polymorphisms of the KIR genes and receptors in the Brazilian population is described. SOURCES: Textbooks, review articles and recent scientific articles are cited and listed in the references. SUMMARY OF THE FINDINGS: KIR ge (mais) nes and haplotypes within a Brazilian Caucasian population were surveyed and analyzed to assess the future relationship of this system with diseases. Of 116 voluntary bone marrow donors, we identified 32 genotypes with frequencies of A and B haplotypes of 51 and 49%, respectively. A comparative analysis was performed between these genotypes and those from other populations. CONCLUSIONS: Innate immunity is an important anti-infectious barrier in newborns. It is independent of both cellular and humoral immunity, can be faster and confers great advantage in early age. At the same time, it stimulates CD8 T lymphocytes to act and amplify the immunological protection network. Nevertheless, as in the majority of situations in which immunity is activated, it can also be harmful, damaging the body through autoimmune mechanisms or even, through its absence, creating space for infectious agents to act free. Our study of a control group for KIR genotype and haplotypes in Brazilian Caucasoids could be used in future analyse of diseases related to these genes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Exploração farmacológica do sistema endocanabinoide: novas perspectivas para o tratamento de transtornos de ansiedade e depressão?/ Pharmacological exploitation of the endocannabinoid system: new perspectives for the treatment of depression and anxiety disorders?

Saito, Viviane M.; Wotjak, Carsten T.; Moreira, Fabrício A.
2010-05-01

Resumo em português OBJETIVO: Este artigo revisa o sistema endocanabinoide e as respectivas estratégias de intervenções farmacológicas. MÉTODO: Realizou-se uma revisão da literatura sobre o sistema endocanabinoide e a sua farmacologia, considerando-se artigos originais ou de revisão escritos em inglês. DISCUSSÃO: Canabinoides são um grupo de compostos presentes na Cannabis Sativa (maconha), a exemplo do Δ9-tetraidrocanabinol e seus análogos sintéticos. Estudos sobre o seu pe (mais) rfil farmacológico levaram à descoberta do sistema endocanabinoide do cérebro de mamíferos. Este sistema é composto por pelo menos dois receptores acoplados a uma proteína G, CB1 e CB2, pelos seus ligantes endógenos (endocanabinoides; a exemplo da anandamida e do 2-araquidonoil glicerol) e pelas enzimas responsáveis por sintetizá-los e metabolizá-los. Os endocanabinoides representam uma classe de mensageiros neurais que são sintetizados sob demanda e liberados de neurônios pós-sinápticos para restringir a liberação de neurotransmissores clássicos de terminais pré-sinápticos. Esta sinalização retrógrada modula uma diversidade de funções cerebrais, incluindo ansiedade, medo e humor, em que a ativação de receptores CB1 pode exercer efeitos dos tipos ansiolítico e antidepressivo em estudos préclínicos. CONCLUSÃO: Experimentos com modelos animais sugerem que drogas que facilitam a ação dos endocanabinoides podem representar uma nova estratégia para o tratamento de transtornos de ansiedade e depressão. Resumo em inglês OBJECTIVE: The present review provides a brief introduction into the endocannabinoid system and discusses main strategies of pharmacological interventions. METHOD: We have reviewed the literature relating to the endocannabinoid system and its pharmacology; both original and review articles written in English were considered. DISCUSSION: Cannabinoids are a group of compounds present in Cannabis Sativa (hemp), such as Δ9-tetrahydrocannabinol, and their synthetic analog (mais) ues. Research on their pharmacological profile led to the discovery of the endocannabinoid system in the mammalian brain. This system comprises at least two G-protein coupled receptors, CB1 and CB2, their endogenous ligands (endocannabinoids; e.g. the fatty acid derivatives anandamide and 2-arachydonoyl glycerol), and the enzymes responsible for endocannabinoid synthesis and catabolism. Endocannabinoids represent a class of neuromessengers, which are synthesized on demand and released from post-synaptic neurons to restrain the release of classical neurotransmitters from pre-synaptic terminals.This retrograde signalling modulates a variety of brain functions, including anxiety, fear and mood, whereby activation of CB1 receptors was shown to exert anxiolytic-and antidepressant-like effects in preclinical studies. CONCLUSION: Animal experiments suggest that drugs promoting endocannabinoid action may represent a novel strategy for the treatment of depression and anxiety disorders.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Manifestações Endócrinas das Mutações da Proteína Gsalfae do Imprinting do Gene GNAS1/ Gsalpha Protein Mutations and Imprinting of the GNAS1 Gene

Fragoso, Maria Candida B. Villares
2002-08-01

Resumo em português Esta revisão resume o papel da patogênese molecular das mutações do gene da proteína Gsalfa em doenças endócrinas. As proteínas G transmitem o sinal celular de receptores de membrana 7TM. Este sistema pode ser ativado por fotons de luz, odorantes e hormônios (LH, FSH, TSH, PTH, etc). Seu efetor é a adenilato-ciclase que induz a formação de AMPc. A proteína G inativa é heterotrimérica e associada ao GDT. Receptores que ativam a proteína Gsalfa dissociam o G (mais) DT para GTP, enquanto a atividade intrínseca GTPase hidrolisa o GTP, mantendo a proteína Gsalfa no estado inativo, ligado ao GDP. Mutações no gene GNAS1, que codifica a proteína Gsalfa, alteram sítios altamente conservados (Arg201 e Gln227), críticos para a atividade GTPase, levando à ativação constitutiva do sinal celular. Tais mutações são encontradas em raros tumores endócrinos, na fibrodisplasia óssea e na síndrome de McCune Albright. Ao contrário, mutações inativadoras podem levar à osteodistrofia hereditária de Albright, se transmitidas pelo alelo paterno e pseudohipoparatireoidismo tipo Ia, se transmitidas pelo alelo materno. Em ratas com knockout, o gene Gnas sofre o fenômeno de imprinting tecido específico. Em tumores de hipófise, o gene GNAS1 também sofre imprinting com expressão preferencial do alelo materno. No pseudohipoparatireoidismo tipo Ib, um defeito do imprinting na região promotora do exon 1A do gene GNAS1 parece justificar a resistência renal isolada ao PTH. Estes exemplos ilustram como defeitos da proteína Gsalfa podem ser responsáveis pela patogênese molecular de diferentes doenças endócrinas. Resumo em inglês This review summarizes the role of the molecular pathogenesis of Gsalpha protein gene in endocrine disease. G proteins transmit the cellular signal of 7 transmembrane receptors (7TM). Agonists as light photons, odorants and hormones (LH, FSH, TSH, PTH, etc) can activate the system. The effector of Gsalpha protein is adenyl-cyclase, which induces the formation of cAMP. The receptors that activate Gsalpha protein dissociates GDT into GTP, while the intrinsic GTPase activity (mais) hydrolyses GTP, keeping Gsalpha protein in its inactive state, bound to GDP. Mutations in the GNAS1 gene, which codifies the Gsalpha protein, alter highly conserved sites (Arg201 and Gln227) that are critical for GTPase activity, leading to the constitutive activation of cell signaling. Such mutations are found in rare endocrine tumors, bone fibrodysplasia and McCune Albright syndrome. Conversely, inactivating mutations can lead to Albright hereditary osteodystrophy or pseudohypoparathyroidism type Ia, when transmitted by the paternal or maternal alleles, respectively. In knockout female mice the Gnas gene exhibits the phenomenon of tissue-specific imprinting. In pituitary tumors the GNAS1 gene also undergoes imprinting, when expressed preferably by the maternal allele. In pseudohypoparathyroidism type Ib, a defect of imprinting in the promoter region of exon 1A of GNAS1 gene appears to justify the isolated renal resistance to PTH. These examples illustrate how defects in Gsalpha protein can be responsible for the molecular pathogenesis of different endocrine disorders.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Serotonina e controle hipotalâmico da fome: uma revisão/ Serotonin and hypothalamic control of hunger: a review

Feijó, Fernanda de Matos; Bertoluci, Marcello Casaccia; Reis, Cíntia
2011-02-01

Resumo em português Este trabalho revisa a participação do sistema serotonérgico no controle da ingestão de alimentos e saciedade. É de grande interesse compreender a relevância desse sistema para o controle fisiológico do balanço energético e da obesidade. Mais de 35 anos de pesquisas sugerem que a serotonina (5-HT) desempenha um importante papel na saciedade. Assim, o sistema serotonérgico tem sido um alvo viável para o controle de peso. A 5-HT apresenta controle sobre a fome e (mais) a saciedade através de diversos receptores, com diferentes funções. O receptor 5-HT2C parece ser o mais importante na relação entre ingestão alimentar e balanço energético. Nesta revisão serão discutidos os mecanismos do sistema serotonérgico envolvidos no controle da ingestão de alimentos e saciedade. Resumo em inglês This paper reviews involvement of the serotonergic system in the control of food intake and satiety. It is of great interest to understand the relevance of this system for physiological control of energy balance and obesity. Over 35 years of research suggest that serotonin (5-HT) plays an important role in satiety. Thus, the serotonergic system has been a viable target for weight control. The 5-HT has control over hunger and satiety through different receptors with distin (mais) ct functions. The 5-HT2C receptor may be more important in the relationship between food intake and energy balance. This review will discuss the mechanisms of the serotonergic system involved in the control of food intake and satiety.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Cox-2 e sua associação com fatores prognósticos e resposta à quimioterapia primária em pacientes com câncer de mama/ Cox-2 and its association with prognostic factors and response to primary chemotherapy in patients with breast cancer

Rozenowicz, Renato de Lima; Santos, Roberto Euzébio dos; Silva, Maria Antonieta Longo Galvão; Rodrigues, Fabio Francisco Oliveira; Oliveira, André Lima de; Ulson, Liliane Baratela; Oliveira, Vilmar Marques; Aoki, Tsutomu
2010-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar em pacientes com câncer de mama a expressão imunoistoquímica da cox-2 antes da quimioterapia primária com 5-fluorouracil, epirrubicina e ciclofosfamida (FEC) e a associação desta com tamanho inicial do tumor, estado linfonodal, receptores hormonais, expressão da Her-2 e com a resposta clínica e anatomopatológica. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com 41 mulheres portadoras do diagnóstico histopatológico de carcinoma ductal de mama. Foram submetid (mais) as à quimioterapia primária com esquema FEC (5-fluorouracil, epirrubicina e ciclofosfamida) na dosagem de 500mg/m2, 75mg/m2 e 500 mg/m2, respectivamente. Os critérios de inclusão foram intervalo etário entre 30 e 70 anos, estadiamento II a IIIA, após comprovação da ausência de metástase, tumor primário de mama, único e unilateral, tipo histológico ductal invasivo e ausência de cardiopatia e gestação. Para avaliação da expressão da proteína Her 2 neuutilizaram-se anticorpos monoclonais de coelho. Para visibilizar a expressão da proteína cox-2 utilizaram-se anticorpos policlonais obtidos do soro de cabras. A avaliação da resposta clínica ao tratamento foi realizada por exame físico mensurando-se o maior eixo tumoral por paquímetro. As medidas foram realizadas à admissão e após os ciclos de quimioterapia primária. Após três sessões quimioterápicas com intervalos de 21 dias realizou-se o procedimento cirúrgico. Adotaram-se os critérios do RECIST. Após a operação foi avaliada a resposta anatomopatológica local, sendo considerada completa quando da ausência de neoplasia invasiva e do componente in situ. Na avaliação imumoistoquímica para os receptores de estrogênio utilizaram-se estrogen receptor NCL-ER6F11 e para progesterona, progesterone receptor, NCL-PGR-312 considerando positiva quando da coloração em 10% ou mais das células tumorais. RESULTADOS: A distribuição segundo estadiamento clínico UICC verificaram-se seis no estádio IIA (14,6%), 22 no estádio IIB (53,6%) e 13 estádio IIIA (31,8%). A avaliação clínica inicial do maior eixo tumoral variou de 2,5 a 15 cm e mediana de 5 cm. Foram identificadas 14 pacientes (34,1%) com estado linfonodal negativo e 27 positivo (65,9%). Observou-se que 19 (46,3%) apresentavam-se no menacme e 22 (53,6%) na menopausa. CONCLUSÃO: Houve associação da expressão da cox-2 à fatores de pior prognóstico no câncer de mama como estado linfonodal positivo, receptores hormonais negativos e expressão da Her-2. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the immunohistochemical expression of cox-2 before primary chemotherapy with 5-fluorouracil, epirubicin and cyclophosphamide (FEC) and its association with initial tumor size, lymph node status, hormone receptors, expression of HER2 and the clinical and pathological response in patients with breast cancer. METHODS: We conducted a retrospective study with 41 women with histopathological diagnosis of ductal breast carcinoma. They underwent primary che (mais) motherapy with FEC regimen (5-fluorouracil, epirubicin and cyclophosphamide) at 500mg/m2, 75mg/m2 and 500 mg/m2, respectively. Inclusion criteria were age range between 30 and 70 years, stage II to IIIA, absence of metastasis, primary tumor of the breast, single, unilateral, with ductal invasion at histology and absence of heart disease and pregnancy. To evaluate the expression of HER2/neu protein we used rabbit monoclonal antibodies. To visualize the expression of cox-2 protein we used polyclonal antibodies obtained from goats' serum. The evaluation of clinical response to treatment was performed during physical examination by measuring the major tumor axis with a pachymeter. Measurements were taken at admission and after primary chemotherapy cycles. After three chemotherapy sessions at intervals of 21 days the surgical procedure was carried out. We adopted the criteria of RECIST. After the operation we evaluated the local pathological response, which was considered complete when there was absence of invasive neoplasia and of the in situ component. In immunohistochemical assessing of estrogen receptors we used estrogen receptor NCL-ER6F11 and, for progesterone, progesterone receptor NCL-PGR-312, considering positive the staining of 10% or more tumor cells. RESULTS: The distribution according to UICC clinical stage classified six patients in stage IIA (14.6%), 22 in stage IIB (53.6%) and 13 stage IIIA (31.8%). The initial clinical evaluation of the major tumor axis ranged from 2.5 to 15 cm and a median of 5 cm. We identified 14 patients (34.1%) with negative lymph node status, and 27 positive (65.9%). It was observed that 19 (46.3%) were in premenopause and 22 (53.6%) in menopause. CONCLUSION: There was an association of the expression of Cox-2 to the factors associated with poor prognosis in breast cancer, such as positive lymph node status, negative hormone receptors and HER2 expression.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Agentes antitumorais inibidores da angiogênese: modelos farmacofóricos para inibidores da integrina anb3/ Angiogenesis inhibitors antitumor agents: pharmacophore models to anb3 antagonists

Silva, Thais Horta Álvares da; Butera, Anna Paola; Leal, Daniel Henriques Soares; Alves, Ricardo José
2007-03-01

Resumo em português O câncer é, atualmente, uma das principais causas de morte no mundo. A angiogênese, formação de novos vasos capilares a partir de células endoteliais, é essencial para vários processos fisiopatológicos, tais como o desenvolvimento e a disseminação dos tumores. As integrinas são uma família de receptores de superfície que estão envolvidos na angiogênese, na qual a integrina anb3 exerce papel importante. Os antagonistas da integrina (mais) anb3 têm efeitos diretos na prevenção do crescimento, angiogênese e metástase tumorais. A avaliação in vitro frente à integrina anb3 de coleções de ciclopeptídeos levou a compostos muito ativos e seletivos. Antagonistas não-peptídicos da integrina anb3 também foram planejados e sintetizados. A partir da determinação da estrutura tridimensional da integrina anb3 complexada com um inibidor, tornou-se possível o planejamento racional de ligantes com alta afinidade. Além disto, estes estudos permitiram a validação e o refinamento de modelo farmacofórico para os inibidores da integrina anb3. Resumo em inglês Cancer is one of the leading causes of death. Angiogenesis, the growth of new blood vessels, is essential for tumor development and spreading. Integrins are a family of surface receptors that are involved in angiogenesis. The anb3 integrin plays an important role in tumor angiogenesis. anb3 inhibitors have direct effects to prevent tumor metastases, growth and angiogenesis. In vitro screening of cyclic peptide libraries le (mais) d to highly active and anb3-selective compounds. Non-peptidic anb3 antagonists were also designed and synthesized. The crystal structure of the anb3 integrin in complex with RGD ligant allowed structure-based rational design of ligands and validation of pharmacophore model to anb3 antagonists.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Neurobiologia do transtorno de personalidade anti-social/ Neurobiology of anti-social personality disorder

Del-Ben, Cristina Marta
2005-01-01

Resumo em português Nos últimos anos, tem havido um interesse crescente a respeito de uma melhor compreensão sobre o comportamento anti-social. O aumento da criminalidade e violência urbanas pode ter contribuído para esse maior interesse. Além de fatores psicossociais, outros biológicos têm sido implicados na fisiopatogenia do transtorno de personalidade anti-social (TPAS). Estudos de neuroimagem apontam o envolvimento de estruturas cerebrais frontais, especialmente o córtex orbitofr (mais) ontal, e a amígdala. Também tem sido sugerido que prejuízos na função serotonérgica estariam associados à ocorrência de comportamento anti-social, já que pacientes com diagnóstico de TPAS apresentam respostas hormonais atenuadas a desafios farmacológicos com drogas que aumentam a função serotonérgica cerebral e redução da concentração de receptores serotonérgicos. Uma abordagem ampla dos diferentes fatores possivelmente envolvidos na fisiopatogenia do TPAS poderia contribuir para o desenvolvimento de novas técnicas de prevenção e intervenção. Resumo em inglês Violence and crime have been increasing considerably in urban societies. As a consequence, some efforts have been made aiming at a better understanding of antisocial bevaviour. Apart from psychosocial factors, some evidences suggest the occurrence of biological factors in the pathogenesis of antisocial personality disorders (ASPD). Neuroimaging studies have shown the involvement of prefrontal areas, especially orbitofrontal cortex, and amygdala. Also, impaired serotonin ( (mais) 5-HT) neurotransmission has been implicated, since patients with ASPD present alterations in measures of 5-Ht system, such as blunted hormonal response to 5-HT pharmacological challenges and reduced 5-HT receptors numbers. A comprehensive approach of antisocial behavior, including biological and psychosocial aspects could lead to the development of new techniques for prevention and intervention in ASPD.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Hormônios tiroideanos: mecanismo de ação e importância biológica/ Thyroid hormones: mechanism of action and biological significance

Nunes, Maria Tereza
2003-12-01

Resumo em português Os hormônios tiroideanos desempenham função importante no crescimento, desenvolvimento e metabolismo de todos os vertebrados. A concentração sérica dos mesmos é controlada pelo TRH, somatostatina e TSH, os quais determinam a taxa de biossíntese e secreção hormonal, bem como por desiodases (principalmente a do tipo I), enzimas que geram, nos tecidos periféricos, aproximadamente 75% do T3 presente no soro, a partir do T4 circulante; as desiodases do tipo II, por (mais) outro lado, geram T3 principalmente para os tecidos nos quais são expressas. Os efeitos biológicos dos hormônios tiroideanos são desencadeados por meio da sua interação com receptores nucleares que se apresentam em regiões específicas do DNA, o que determina a ativação ou inibição de seus genes-alvo e o controle da síntese de proteínas específicas. Outras ações dos hormônios tiroideanos são rapidamente desencadeadas (segundos/minutos), o que sugere o envolvimento de mecanismos não genômicos nos efeitos observados. Resumo em inglês Thyroid hormones play an important role on growth, development and metabolism of all vertebrates. Serum concentration of thyroid hormones are controlled by TRH, somatostatin and TSH which determine the rate of hormone biosynthesis and release, as well as by deiodinases (mainly type I), enzymes which generate in peripheral tissues, approximately 75% of the T3 present in serum, from circulating T4; type II deiodinases, on the other hand, are supposed to generate T3 for the (mais) tissues in which they are expressed. The biological effects of thyroid hormones are elicited by means of their interaction with specific nuclear receptors present in specific regions of the DNA, mechanism by which they induce or repress important target genes, controlling, as a consequence, the synthesis of specific proteins. However, some thyroid hormone effects are elicited in seconds or minutes, which suggests the involvement of a non-genomic mechanism of action.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Controle neuroendócrino do peso corporal: implicações na gênese da obesidade/ Neuroendocrine control of food intake: implications in the genesis of obesity

Rodrigues, Adriane M.; Suplicy, Henrique L.; Radominski, Rosana B.
2003-08-01

Resumo em português O peso corporal é regulado por uma interação complexa entre hormônios e neuropeptídeos, sob o controle principal de núcleos hipotalâmicos. Mutações nos genes de hormônios e neuropeptídeos, de seus receptores ou de elementos regulatórios, têm sido descritas na espécie humana, mas são tidas como raras, não explicando as formas mais comuns de obesidade. No entanto, o estudo destas mutações tem propiciado um grande avanço nos conhecimentos sobre a base gen� (mais) �tica e a fisiopatologia da obesidade, possibilitando o estudo e abrindo perspectivas para o desenvolvimento de novas modalidades terapêuticas. Recentemente, demonstrou-se que mutações no receptor 4 da melanocortina podiam ser encontradas em até 5% dos casos de obesidade severa, representando até o presente momento a forma mais prevalente de obesidade monogênica na espécie humana. Nesta revisão, são discutidas as diversas mutações descritas nos seres humanos de elementos da rede neuroendócrina de controle do peso corporal, bem como as implicações dos mesmos na gênese da obesidade. Resumo em inglês A complex hypothalamic network of hormones and neuropeptides regulates body weight. Mutations in these hormones/peptides, their receptors or regulatory elements, have been described in humans, but they are rare and could not explain the commonest forms of obesity. Nevertheless, the study of these mutations has favored a great progress in the knowledge of genetic basis and physiopathology of obesity, opening new perspectives on the therapeutic approach of this prevalent di (mais) sease. Recently, mutations in the melanocortin 4 receptor have been found in up to 5% of severe obese subjects, being thus far the most prevalent monogenic form of obesity in humans. In this revision, we discuss the mutations described in some elements of the body weight regulation system in humans, and their implications for the genesis of obesity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Preparações radiofarmacêuticas e suas aplicações/ Radiopharmaceuticals and applications

Oliveira, Rita; Santos, Delfim; Ferreira, Domingos; Coelho, Pedro; Veiga, Francisco
2006-06-01

Resumo em português Os radiofármacos são compostos, sem ação farmacológica, que têm na sua composição um radionuclídeo e são utilizados em Medicina Nuclear para diagnóstico e terapia de várias doenças. Para aplicações de diagnóstico em Medicina Nuclear utilizam-se radiofármacos que apresentam na sua constituição radionuclídeos emissores de radiação gama ou emissores de pósitrons (beta+), já que o decaimento destes radionuclídeos dá origem a radiação eletromagnéti (mais) ca penetrante, que consegue atravessar os tecidos e pode ser detectada externamente. Os radiofármacos para terapia devem incluir na sua composição um radionuclídeo emissor de partículas ionizantes (a , b- ou elétrons Auger), pois a sua ação se baseia na destruição seletiva de tecidos. Existem dois métodos tomográficos para aquisição de imagens em Medicina Nuclear: o SPECT (Tomografia Computarizada de Emissão de Fóton Único), que utiliza radionuclídeos emissores gama (99mTc, 123I, 67Ga, 201Tl) e o PET (Tomografia por Emissão de Pósitrons), que usa radionuclídeos emissores de pósitrons ( 11C, 13N, 15O, 18F). Os radiofármacos podem ser classificados em radiofármacos de perfusão (ou 1ª geração) e radiofármacos específicos (ou 2ª geração). Os radiofármacos de perfusão são transportados no sangue e atingem o órgão alvo na proporção do fluxo sanguíneo. Os radiofármacos ditos específicos contêm molécula biologicamente ativa, que se liga a receptores celulares e que deve manter a sua bioespecificidade mesmo após ligação ao radionuclídeo. Assim, nestes radiofármacos, a fixação em tecidos ou órgãos é determinada pela capacidade da biomolécula de reconhecer receptores presentes nessas estruturas biológicas. As preparações radiofarmacêuticas são obtidas prontas para uso, em kits frios ou em preparações autólogas. De acordo com o tipo de preparação, existe um processo de controle de qualidade próprio. A maior parte dos radiofármacos em uso clínico corresponde a agentes de perfusão. Atualmente, o esforço de investigação na área da química radiofarmacêutica centra-se no desenvolvimento de radiofármacos específicos que possam fornecer informação, ao nível molecular, relativa às alterações bioquímicas associadas às diferentes patologias. Resumo em inglês Radiopharmaceuticals are substances without pharmacological activity that are used in Nuclear Medicine for diagnosis and therapy for several diseases. Diagnosis radiopharmaceuticals generally emit gamma radiation or positrons (beta+), because their decay originates penetrating electromagnetic radiation that can cross the tissues and be externally detected. Therapeutic radiopharmaceuticals must include in their composition ionized particles emission nucleus ((mais) bol>a, b- or Auger electrons), since their action is based in selective tissue destruction. There are two main methods for image acquisition: SPECT (Single Photon Emission Computerized Tomography) that uses g emission radionuclides (99mTc, 123I, 67Ga, 201Tl) and PET (Positron Emission Tomography) that uses positron emission radionuclides like 11C, 13N, 15O, 18F. Radiopharmaceuticals can be classified into perfusion radiopharmaceuticals (first generation) or specific radiopharmaceuticals (second generation). Perfusion radiopharmaceuticals are transported in the blood e reach the target organ in the direct proportion of the blood stream. Specific radiopharmaceuticals contain a biologically active molecule that binds to cellular receptors that must remain biospecific after binding to the radiopharmaceutical. For this type of radiopharmaceuticals, tissue or organ uptake is determined by the biomolecule capacity of recognizing receptors in those biological structures. Radiopharmaceuticals are produced ready to use, in cold kits or in autologal preparations. According to the preparation type there is a different quality control procedure. Most of the radiopharmaceuticals used nowadays are of the perfusion type. Research focus in the development of specific radiopharmaceuticals that can provide information, at the molecular level, of biochemical alterations associated to different pathologies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Farmacologia da niacina ou ácido nicotínico/ Pharmacology of niacin or nicotinic acid

Santos, Raul D.
2005-10-01

Resumo em português Niacina ou ácido nicotínico é uma vitamina solúvel com propriedades hipolipemiantes. Niacina reduz triglicérides (20% - 50%), LDL (5% - 25%), e aumenta HDL (15% - 35%). O estudo Coronary Drug Project mostrou que o uso de niacina foi associado com redução de eventos coronários e mortalidade total, e mais recentemente, foi demonstrado que niacina combinada com outras drogas hipolipemiantes pode atenuar a progressão da aterosclerose coronária. A niacina parece redu (mais) zir a mobilização de ácidos graxos livres dos adipócitos, agindo em receptores específicos, diminuindo a formação de lipoproteínas ricas em triglicérides pelo fígado. Existem duas formas de niacina, uma de absorção rápida (cristalina), mais comumente associada com flushing, e outra de liberação extendida, recentemente referida como de melhor tolerabilidade. O uso de niacina pode associar-se com dispepsia, aumento dos níveis plasmáticos de enzimas hepáticas e também com modestas elevações na glicose e ácido úrico, ao menos na utilização de doses até 2g / dia da forma de liberação prolongada. Resumo em inglês Niacin or nicotinic acid is a soluble vitamin with hypolipidemic properties. Niacin reduces triglycerides (20 50%), LDL-c (5-25%), and raises HDL c (15-35%). The Coronary Drug Project study showed that the use of niacin was associated with reduction on coronary events and total mortality, and more recently it has been demonstrated that niacin combined with other hypolipidemic drugs can attenuate the progression of coronary atherosclerosis. Niacin appears to reduce the mob (mais) ilization of free fatty acids from the adipocytes, acting on specific receptors, diminishing the liver formation of triglyceride-rich lipoproteins. There are two forms of niacin, one of rapid absorption (crystalline), more commonly associated with flushing, and another of extended release, recently reported to be better tolerated. The use of niacin can be associated with dyspepsia, increased plasma levels of liver enzymes and also with a modest elevation in glucose and uric acid plasma levels, at least using the extended-release preparation up to 2g/d.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Participação do zinco na resistência à insulina/ Participation of zinc in insulin resistance

Marreiro, Dilina N.; Geloneze, Bruno; Tambascia, Marcos A.; Lerário, Antonio C.; Halpern, Alfredo; Cozzolino, Silvia M.F.
2004-04-01

Resumo em português Essa revisão relata os aspectos etiológicos da resistência à insulina, bem como a participação do zinco nesse processo. O zinco participa de vias metabólicas que envolvem a síntese de proteínas, metabolismo de carboidratos, de lipídeos e de ácidos nucléicos. Esse mineral tem sido relacionado com a interação entre hormônios e seus receptores, e com melhoras no estímulo pós-receptor. Estudos in vitro apontam que a insulina pode se ligar com o zinco, melhora (mais) ndo a solubilidade deste hormônio nas células beta do pâncreas, e, ainda, pode aumentar a capacidade de ligação da insulina ao seu receptor. Na obesidade e resistência à insulina, têm sido detectadas alterações na concentração e na distribuição de zinco nos tecidos, bem como melhora da sensibilidade à insulina após a suplementação com esse mineral. Portanto, o papel metabólico do zinco na síndrome de resistência insulínica deve ser mais pesquisado, tendo em vista que esse mineral pode contribuir no controle das alterações metabólicas comumente presentes em pacientes obesos. Resumo em inglês This review reports the etiological aspects of insulin resistance as well as the participation of zinc in this process. Zinc participates in the metabolic pathways involving protein synthesis, and the metabolism of carbohydrate, lipid and nucleic acid. This element has been associated with the interaction between hormones and their receptors and to the improvement in the post-receptor stimulus. In vitro studies show that insulin may form a complex with zinc improving the (mais) solubility of this hormone in the pancreatic b cells and also increasing the binding ability of insulin to its receptor. Regarding obesity and insulin resistance, alterations in zinc concentration and distribution in tissues, as well as improvement in sensitivity to insulin after supplementation with this element, have been detected. Thus, the metabolic role of zinc in the insulin resistance syndrome should be further investigated having in mind that this element may contribute to the control of the usual metabolic alterations present in obese patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Funções biológicas dos antígenos eritrocitários/ Biological functions of blood group antigens

Bonifácio, Silvia L.; Novaretti, Marcia C. Z.
2009-04-01

Resumo em português Os antígenos de grupos sanguíneos eritrocitários são estruturas macromoleculares localizadas na superfície extracelular da membrana eritrocitária. Com o desenvolvimento de estudos moleculares, mais de 250 antígenos são conhecidos e estão organizados em 29 sistemas de grupos sanguíneos reconhecidos pela Sociedade Internacional de Transfusão Sanguínea (ISBT). Estudos têm revelado que os antígenos de grupo sanguíneo estão expressos na membrana eritrocitária (mais) com ampla diversidade estrutural, incluindo epítopos de carboidratos em glicoproteínas e/ou glicolipídios e em proteínas inseridas na membrana via um domínio, via domínios de multipassagem ou ligados a glicosilfosfatidinositol. Além das diversidades estruturais, muitas funções importantes têm sido associadas aos antígenos eritrocitários recentemente identificadas, podendo ser esquematicamente divididas em: estruturais, transportadores, receptores e moléculas de adesão, enzimas, proteínas controladoras do complemento e outras. Esta revisão tem como foco as funções potenciais das moléculas que expressam os antígenos eritrocitários. Resumo em inglês Erythrocyte blood group antigens are macromolecules structures located on the extracellular surface of the red blood cell membrane. The development of molecular studies allowed the recognition of more than 250 antigens by the International Society for Blood Transfusion (ISBT). These studies have also shown that blood group antigens are carried on red blood cell membrane of wide structural diversity, including carbohydrate epitopes on glycoproteins and/or glycolipids and o (mais) n proteins inserted within the membrane via single or multi-pass transmembrane domains, or via glycosylphosphatidylinositol linkages. In addition, to their structural diversity, many important functions associated with blood group antigens have been recently identified and can be didactically divided into: structural proteins, transporters, receptors and adhesion molecules, enzymes, complement control proteins and others. This review will focus on the potential functions of the molecules that express blood group antigens.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Novos sedativos hipnóticos/ The newer sedative-hypnotics

Sukys-Claudino, Lucia; Moraes, Walter André dos Santos; Tufik, Sergio; Poyares, Dalva
2010-09-01

Resumo em português Nas últimas décadas houve um esforço para o desenvolvimento de hipnóticos mais seguros e eficazes. Zolpidem, zaleplona, zopiclona, eszopiclona (drogas-z) e indiplona são moduladores do receptor GABA-A, os quais agem de forma seletiva na subunidade α1, exibindo, desta forma, mecanismos similares de ação, embora evidências recentes sugiram que a eszopiclona não seja tão seletiva para a subunidade α1 quanto o zolpidem. Ramelteon e tasimelteon são novos a (mais) gentes crono-hipnóticos seletivos para os receptores de melatonina MT1 e MT2. Por outro lado, nos últimos anos, o consumo de drogas antidepressivas sedativas tem aumentado significativamente no tratamento da insônia. Como droga experimental, a eplivanserina tem sido testada como um potente agonista inverso do subtipo 5-HT2A da serotonina, com um uso potencial na dificuldade da manutenção do sono. Outro agente farmacológico para o tratamento da insônia é o almorexant, o qual apresenta um novo mecanismo de ação envolvendo antagonismo do sistema hipocretinérgico, desta forma levando à indução do sono. Finalmente, também discutiremos o potencial papel de outras drogas gabaérgicas no tratamento da insônia. Resumo em inglês There has been a search for more effective and safe hypnotic drugs in the last decades. Zolpidem, zaleplon, zopiclone, eszopiclone (the z-drugs) and indiplon are GABA-A modulators which bind selectively α1 subunits, thus, exhibiting similar mechanisms of action, although recent evidence suggests that eszopiclone is not as selective for α1 subunit as zolpidem is. Ramelteon and tasimelteon are new chrono-hypnotic agents, selective for melatonin MT1 and MT2 recepto (mais) rs. On the other hand, the consumption of sedative antidepressant drugs is significantly increasing for the treatment of insomnia, in the last years. As an experimental drug, eplivanserin is being tested as a potent antagonist of serotonin 2-A receptors (ASTAR) with a potential use in sleep maintenance difficulty. Another recent pharmacological agent for insomnia is almorexant, which new mechanism of action involves antagonism of hypocretinergic system, thus inducing sleep. Finally we also discuss the potential role of other gabaergic drugs for insomnia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Tumores endócrinos associados às mutações das proteínas Gsalfa e Gi2alfa/ Endocrine tumors associated to protein Gsalpha/Gi2alpha mutations

Bezerra, Milena Gurgel Teles; Latronico, Ana Claudia; Fragoso, Maria Candida B.V.
2005-10-01

Resumo em português Diversas mutações em oncogenes promovem o crescimento tumoral através da indução de atividade de proteínas que normalmente transmitem sinais proliferativos a partir de fatores extracelulares. As proteínas G são uma família de proteínas ligadas ao nucleotídeo guanina que apresentam homologia estrutural e estão amplamente distribuídas em células eucariotas. Elas são constituídas por três sub-unidades (alfa, beta e gama). A sub-unidade alfa apresenta o síti (mais) o de ligação ao nucleotídeo guanina e é única para cada proteína G. A proteínas G estão acopladas aos receptores de superfície celular com sete hélices transmembrana com uma grande variedade de efetores intracelulares e segundos mensageiros. Um subgrupo de tumores endócrinos, incluindo os tumores hipofisários secretores de GH e ACTH, nódulos tireoideanos autônomos, tumores adrenocorticais e gonadais, foram associados a mutações somáticas ativadoras em códons altamente conservados das proteínas Gs (Arg201 e Gln227) e Gi (Arg179, Gln205). Estes achados moleculares indicaram que as proteínas G atuam como oncogenes, contribuindo no processo da tumorigênese endócrina em humanos. Resumo em inglês Many oncogenic mutations promote tumor growth by inducing autonomous activity of proteins that normally transmit proliferative signal initiated by extracelular factors. G proteins are a family of guanine nucleotide binding proteins, which are structurally homologous and widely distributed in eukaryotic cells. They are composed of three different subunits (alpha, beta e gamma). The alpha subunit, which contains the guanine nucleotide-binding site, is unique to each G prote (mais) in. The G proteins couple an array of seven transmembrane receptors at the cell surface with a variety of intracellular effectors, which produce second messenger molecules. A subset of endocrine tumors, such as GH- or ACTH-secreting pituitary adenomas, functioning thyroid adenomas, adrenocortical and gonadal tumors were associated with somatic activating mutations in the highly conserved codons of the Gs (Arg201 and Gln227) and Gi (Arg179 and Gln205) proteins. These findings indicated that the G proteins play a role as oncogenes, contributing with the human endocrine tumorigenesis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Marcadores biológicos de tumores tiroidianos/ Biological markers in thyroid tumors

Matsuo, Sílvia E.; Martins, Luciane; Leoni, Suzana G.; Hajjar, Denise; Ricarte-Filho, Júlio Cézar M.; Ebina, Kátia N.; Kimura, Edna T.
2004-02-01

Resumo em português Um marcador biológico ideal deve ser específico e sensível para identificar o tipo tumoral e caracterizar o estágio da progressão neoplásica. Os tumores de tiróide originam-se de dois tipos celulares: 1) carcinoma medular originário de células parafoliculares; e 2) as neoplasias de células epiteliais foliculares, que incluem bócio, adenomas, carcinomas diferenciados (carcinoma papilífero e carcinoma folicular) e carcinoma indiferenciado (carcinoma anaplásico) (mais) . O comportamento biológico distinto faz com que cada tipo tumoral necessite de uma conduta terapêutica específica. O conhecimento acumulado ao longo destes anos, utilizando métodos de biologia molecular e, mais recentemente, a genômica, identificou mutações específicas de câncer de tiróide e, atualmente, entendemos muito das alterações que ocorrem na expressão de fatores de crescimento, seus receptores e proteínas sinalizadoras intracelular nas neoplasias tiroidianas. Contudo, apesar desses, até o momento não dispomos de um marcador eficiente que auxilie no diagnóstico e prognóstico e, conseqüentemente, para indicação de uma terapêutica mais adequada. Nesta revisão, discutiremos os principais aspectos relacionados à tumorigênese tiroidiana, avaliando o potencial destes fatores como marcador em neoplasia folicular de tiróide. Resumo em inglês Thyroid tumors originate from two cell types: 1) medullar carcinoma from parafolicullar cells and 2) the tumors derived from follicular epithelial cells, which include multinodular goiter, adenomas, differentiated carcinomas (papillary and follicular carcinoma) and undifferentiated carcinoma (anaplastic carcinoma). Because of the tumors distinct biological behavior, there is a requirement for a specific therapeutic approach. Some thyroid cancer specific mutations have bee (mais) n identified using molecular biology and more recently, genomic methodology. We now understand much of the alterations that occur in the expression of growth factors, receptors and the intracellular signaling pathway. However, none of these have yet proven to be efficient as a marker for diagnosis and prognosis, nor are they helpful in establishing a targeted therapeutic approach. In this review, we will discuss the main aspects of thyroid tumorigenesis and evaluate the potential of these factors as markers for thyroid follicular neoplasia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Influência do treinamento físico aeróbio no transporte mitocondrial de ácidos graxos de cadeia longa no músculo esquelético: papel do complexo carnitina palmitoil transferase/ Influence of aerobic physical training in the motochondrial transport of long chain fatty acids in the skeletal muscle: role of the carnitine palmitoil transferase

Yamashita, Alex Shimura; Lira, Fábio Santos; Lima, Waldecir Paula; Carnevali Jr., Luiz Carlos; Gonçalves, Daniela Caetano; Tavares, Fábio Luis; Seelaender, Marília Cerqueira Leite
2008-04-01

Resumo em português O ácido graxo (AG) é uma importante fonte de energia para o músculo esquelético. Durante o exercício sua mobilização é aumentada para suprir as necessidades da musculatura ativa. Acredita-se que diversos pontos de regulação atuem no controle da oxidação dos AG, sendo o principal a atividade do complexo carnitina palmitoil transferase (CPT), entre os quais três componentes estão envolvidos: a CPT I, a CPT II e carnitina acilcarnitina translocase. A função d (mais) a CPT I durante o exercício físico é controlar a entrada de AG para o interior da mitocôndria, para posterior oxidação do AG e produção de energia. Em resposta ao treinamento físico há um aumento na atividade e expressão da CPT I no músculo esquelético. Devido sua grande importância no metabolismo de lipídios, os mecanismos que controlam sua atividade e sua expressão gênica são revisados no presente estudo. Reguladores da expressão gênica de proteínas envolvidas no metabolismo de lipídios no músculo esquelético, os receptores ativados por proliferadores de peroxissomas (PPAR) alfa e beta, são discutidos com um enfoque na resposta ao treinamento físico. Resumo em inglês Fatty acids are an important source of energy for the skeletal muscle. During exercise, their mobilization is increased to supply the muscle energetic needs. Many points of regulation act in the fatty acids metabolism, where the carnitine palmytoiltransferase (CPT) complex is the main control system. Three compounds named CPT I, CPT II and carnitine acyl carnitine translocase (CACT) are components of this system. Its function is to control the influx of fatty acids inside (mais) the mitochondria for posterior oxidation and energy production. There is a pronounced increase in both activity and gene expression of CPT I in the skeletal muscle in response to exercise. Due to its importance in lipid metabolism, the controlling mechanisms are reviewed in the present study. The modulation of gene expression by peroxisome proliferator-activated receptors (PPARs) alpha and beta during the physical training is also discussed in this review.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

O sistema endocanabinóide: novo paradigma no tratamento da síndrome metabólica/ The endocannabinoid system: a new paradigm in the metabolic syndrome treatment

Godoy-Matos, Amélio F. de; Guedes, Erika Paniago; Souza, Luciana Lopes de; Valério, Cynthia Melissa
2006-04-01

Resumo em português O balanço energético é um dos mais importantes mecanismos de homeostase e de sobrevivência das espécies. O sistema endocanabinóide é um novo e importante componente entre estes mecanismos. Os seus receptores e agonistas endógenos se expressam no sistema nervoso central (SNC) e perifericamente, em vários sítios, estabelecendo uma rede de comunicação periferia­SNC. Um aspecto marcante é a sua expressão no tecido adiposo, onde regula a lipogênese e aumenta (mais) a expressão de genes influentes no metabolismo dos lipídeos e dos carboidratos. Estes aspectos são importantes para o controle do peso corporal e da Síndrome Metabólica (SM). O sistema é ativado sob demanda e desativado rapidamente, atuando autócrina e paracrinamente, e as evidências sugerem que mantém-se hiperativado em estados de obesidade. Um antagonista específico do seu principal receptor (CB1), o Rimonabant, tem se mostrado importante ferramenta no controle do peso em modelos animais de obesidade e de SM. Da mesma forma, grandes estudos em humanos confirmam sua eficácia no controle do peso e das variáveis metabólicas, sugerindo um papel importante deste medicamento para o controle do risco cardiovascular associado à SM. Resumo em inglês Energetic balance is a fundamental homeostasis mechanism, which contributes to the species' survival. The endocannabinoid system is a new and important component among such mechanisms. Its receptors and endogenous agonists are expressed in central nervous system (CNS) and at various peripheral organs, establishing a CNS­periphery net communication. A relevant aspect is its expression in the adipose tissue, where it regulates lipogenesis and increases the expression of (mais) influent genes on lipids and carbohydrate metabolism. Interestingly, it seems to be upregulated in human and animal obesity, although it is activated on demand and rapidly deactivated. Its activation increases food intake and promotes weight gain, contributing to Metabolic Syndrome (MS). Rimonabant is a specific antagonist to the main endocannabinoid receptor (CB1). In animal models of obesity and MS, as well as in humans, Rimonabant has demonstrated to be a useful tool in controlling weight and metabolic aspects. Indeed, some new human trials suggest a possible role for this substance in controlling cardiovascular risk factors related to MS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

A predisposição genética para o desenvolvimento da microangiopatia no DM1/ Genetic susceptibility to microangiopathy development in Type 1 diabetes mellitus

Corrêa-Giannella, Maria Lúcia; Vieira, Suzana Maria
2008-03-01

Resumo em português Acredita-se que o controle glicêmico e a duração do diabetes sejam os fatores de risco mais importantes para o desenvolvimento das microangiopatias diabéticas, contudo, as velocidades de progressão da nefropatia, da retinoaptia e da polineuropatia variam consideravelmente entre os pacientes. Além da presença de fatores de risco, como a hipertensão arterial, a dislipidemia e o fumo, existem evidências sugerindo que uma predisposição genética desempenha um papel (mais) na susceptibilidade para as complicações microvasculares. Com base na patogênese dessas complicações crônicas do diabetes, polimorfismos de vários genes candidatos que atuam em diferentes vias desse processo têm sido investigados, como os genes relacionados aos mecanismos dos danos induzidos pela hiperglicemia (os produtos finais de glicação avançada, o aumento na formação de espécies reativas de oxigênio e a atividade aumentada da via da aldose-redutase), os genes relacionados ao sistema renina-angiotensina; os genes que codificam a síntese das citoquinas, dos fatores de crescimento e dos seus receptores e dos transportadores de glicose entre muitos outros. Este artigo discute alguns estudos que corroboram com a importância da predisposição genética no desenvolvimento da microangiopatia diabética. Resumo em inglês Glycemic control and diabetes duration are believed to be the most important risk factors for the development of diabetic microangiopathy; however, the rate of progression of nephropathy, retinopathy and polyneuropathy varies considerably among patients. Besides the presence of risk factors such as hypertension, dyslipidaemia and smoking, there is evidence suggesting that genetic predisposition plays a role in the susceptibility to microvascular complications. Based on un (mais) derlying pathogenesis, polymorphisms of several candidate genes belonging to multiple pathways have been investigated, like the genes related to mechanisms of hyperglycaemia-induced damage (such as advanced glycation end-products and reactive oxygen species increased formation, augmented activity of the aldose reductase pathway); genes related to the renin-angiotensin system; genes coding for cytokines, growth factors and its receptors, glucose transporter; among many others. This article reviews some studies that corroborate the importance of the genetic background in the development of diabetic microangiopathy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Dinâmica dos precursores celulares do epitélio olfatório de cães sem raça definida: um estudo imunohistoquímico e ultra-estrutural/ The dynamic of precursor of the olfactory epithelium of mongrel dogs: an immunohistochemical and ultrastructural study

Alves, Flávio Ribeiro; Santos, Tatiana Carlesso; Freiberger, Sandra; Ambrósio, Carlos Eduardo; Miglino, Maria Angélica
2007-09-01

Resumo em português O epitélio olfatório apresenta um mecanismo de diferenciação em que células-tronco dão origem a células progenitoras amplificadoras, as quais expressam um gene pró-neural denominado Mammalian Achaete Scute Homolog 1 (Mash1). Estas células podem se diferenciar em receptores olfatórios. O epitélio olfatório de cães sem raça definida (3 machos de um ano e 2 fêmeas de três de idade) foi analisado por imunolocalização do antígeno nuclear de proliferação ce (mais) lular (PCNA) e por microscopia eletrônica de transmissão. Verificou-se marcação positiva para PCNA em células do epitélio olfatório, particularmente acima da linha da membrana basal. A ultra-estrutura do epitélio olfatório revelou células adjacentes à lâmina basal, cuja eletrodensidade assemelha-se àquelas presentes no epitélio de sustentação, reforçando a idéia da renovação das células de sustentação e dos neurônios olfatórios locais. O epitélio olfatório é composto células basais, comprometidas com sua renovação, caracterizadas através da intensa atividade mitótica, identificada pela reação positiva ao PCNA. Estes resultados sugerem que há reposição das células sustentaculares locais e do sistema através de mecanismos semelhantes. Resumo em inglês Olfactory epithelium presents a mechanism of differentiation where stem cells give arise to amplifying progenitor cell which express Mammalian Achaete Scute Homolog 1 (Mash1). These cells can be differentiated into olfactory receptors. An immunolocalization study and ultrastructural analysis by transmission electron microscopy of olfactory epithelium of mongrel dogs were made using 3 males (one year old) and 2 females (three years old). Labeled cells with positive stainin (mais) g by Proliferating cell nuclear antigen (PCNA) were observed in specific areas of the olfactory epithelium, especially above the basal membrane. The ultrastructure revealed cells adjacent to the basal membrane with morphology resembling sustentacular cells, supporting the idea of renewal of sustentacular and olfactory sensorial cells. Olfactory epithelium contains basal cells committed to self-renewal, characterized by high metabolic activity, identified by positive reaction to PCNA. These results suggested the renewal of sustentacular and sensorial olfactory cells through the same pathway.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Influência genética sobre a doença de Alzheimer de início tardio/ Genetic influence on late onset Alzeimer's disease

Barros, Alessandra Chiele; Lucatelli, Juliana Faggion; Maluf, Sharbel Weidner; Andrade, Fabiana Michelsen de
2009-01-01

Resumo em português CONTEXTO: A doença de Alzheimer de início tardio (DAIT) representa a maior parte dos casos de doença de Alzheimer (DA). OBJETIVO: Revisar resultados relevantes para genes candidatos e de suscetibilidade para a DAIT. MÉTODOS: Revisão bibliográfica, a partir de 1990, empregando os bancos de dados PubMed e SciELO. RESULTADOS: Polimorfismos genéticos são mais relevantes para a DAIT que mutações, sendo que o alelo E*4 do gene APOE é o maior fator de risco conhecido (mais) até o momento. No entanto, outros genes vêm sendo investigados e existem dados disponíveis sobre a relação com DAIT para os genes da apolipoproteína CI, alfa-1-antiquimiotripsina, receptor sigma tipo 1, enzima conversora de angiotensina, alfa 2-macroglobulina, proteína relacionada ao receptor de LDL, interleucina 1 alfa e beta, paraoxonase, transportador de serotonina e receptores de serotonina. CONCLUSÕES: A DAIT tem etiologia multifatorial e um grande número de marcadores genéticos influencia em seu desenvolvimento. Essas variantes precisam ser investigadas na população brasileira, cuja formação étnica é distinta daquela de populações norte-americanas e europeias. Somente assim será possível a determinação do perfil genético de risco, que facilitará a detecção de indivíduos com maior probabilidade de desenvolver a doença. Resumo em inglês BACKGROUND: Late Onset Alzheimer's disease (LOAD) represents the majority of cases of Alzheimer's disease. OBJECTIVES: To review relevant results to candidate and susceptibility genes related to LOAD. METHODS: Bibliographic review, starting from 1990, utilizing PubMed and SciELO data banks. RESULTS: Genetic polymorphisms are more relevant for LOAD than mutations, and E*4 allele of APOE gene is the major risk factor known until now. Neverthless, other genes are being inves (mais) tigated and data are available about the relation with LOAD to the genes coding for apolipoprotein CI, antichymotrypsin, sigma receptor type 1, angiotensin converting enzyme, alfa 2-macroglobulin, LDL receptor related protein, interleucin 1 alfa and beta, paraoxonase, serotonin transporter and serotonin receptors. CONCLUSIONS: LOAD presents multifactorial etiology, and a broad number of genetic markers interferes with its development. They should be further pursued in the Brazilian population, in which ethnic background is distinct from North-american and European populations. Only with this data, a determination of the genetic risk profile will be feasible, and will improve the detection of the individuals at greater probability of developing the disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Fisiopatologia dos distúrbios respiratórios do sono/ Pathophysiology of sleep-disordered breathing

Palombini, Luciana de Oliveira
2010-06-01

Resumo em português O sono representa uma fase na qual o sistema respiratório sofre importantes mudanças que levam a uma maior vulnerabilidade e maior chance de ocorrência de anormalidades, mesmo em indivíduos normais. Na transição da vigília para o sono, existe normalmente um aumento da resistência de via aérea superior e prejuízo de diferentes respostas e reflexos protetores, os quais são eficientes em promover e manter a patência da via aérea superior durante a vigília. Em i (mais) ndivíduos que apresentam fatores de risco, tais como anormalidades anatômicas em via aérea superior, essas mudanças associadas ao sono não conseguem ser compensadas de forma eficaz e, com isso, ocorre uma maior chance de ocorrer um distúrbio respiratório do sono. Os distúrbios respiratórios do sono são caracterizados por diferentes graus de diminuição do espaço das vias aéreas superiores. Essa diminuição tem causas multifatoriais, que incluem anormalidades da anatomia de via aérea superior, alteração da resposta neuromuscular e de alterações em receptores de via aérea superior. Provavelmente muitas alterações funcionais e anatômicas em via aérea superior são de característica genética, tornando o individuo com maior risco quando exposto a determinados fatores ambientais, tais como alergias, e a partir da combinação destes fatores haverá uma maior chance de desenvolver distúrbios respiratórios do sono. Resumo em inglês Sleep is a phase during which the respiratory system undergoes major changes. These changes lead to greater vulnerability and a greater risk of abnormalities, even in normal individuals. In the transition from wakefulness to sleep, there is commonly an increase in upper airway resistance and impairment of various protective responses and reflexes, which are efficient in promoting and maintaining upper airway patency during wakefulness. In individuals who present risk fact (mais) ors, such as anatomical abnormalities in the upper airway, these sleep-related changes cannot be efficaciously compensated, which increases the chances that sleep-disordered breathing will occur. Sleep-disordered breathing is characterized by a reduction in the size of upper airways, although the degree of the reduction varies. This reduction has multifactorial causes, which include anatomical abnormalities in the upper airway, alterations in the neuromuscular response and impairment of receptors in the upper airway. Upper airway functional and anatomical changes are likely to have genetic components, and, therefore, individuals exposed to certain environmental factors, such as allergies, have a greater chance of developing sleep-disordered breathing.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Mecanismos de ação dos corticosteróides na polipose rinossinusal/ Mechanism of action of glucocorticoids in nasal polyposis

Fernandes, Atílio Maximino; Valera, Fabiana Cardoso Pereira; Anselmo-Lima, Wilma T.
2008-04-01

Resumo em português Os glicocorticóides (GC) são drogas de escolha no tratamento clínico da polipose nasossinusal conforme recomendação da literatura. Entretanto, seus mecanismos de ação nas regressões dos sintomas clínicos e dos pólipos não são totalmente compreendidos. Sabe-se que a administração tópica e ou sistêmica dos glicocorticóides leva a variações na expressão de citocinas, quimiocinas e linfocinas, além das alterações celulares. Assim, os GC suprimem a expre (mais) ssão de citocinas pró-inflamatórias, de quimiocinas, de moléculas de adesão, além de estimular a transcrição de citocinas antiinflamatórias. Citocinas pró-fibróticas como a IL-11, fator básico de crescimento do fibroblasto (b-FGF) e fator de crescimento endotelial vascular (VEGF), relacionados com o crescimento do pólipo, também são suprimidos pela ação do GC. Tal ação depende fundamentalmente da interação com os seus receptores (GR), pois alguns indivíduos apresentam algum grau de resistência celular ao seu efeito, que parece estar relacionada com a presença da isoforma b do GR. Genes envolvidos nas fases de produção de imunoglobulinas, apresentação e processamento do antígeno também sofrem ação dos GC de forma variada. OBJETIVOS: Fazer uma revisão da literatura sobre os mecanismos de ação do GC na PNS. CONCLUSÃO: A compreensão desses mecanismos implicará no desenvolvimento de drogas mais eficazes na sua terapêutica. Resumo em inglês Glucocorticoids (GC) are the drugs of choice for the clinical treatment of nasal polyposis, according to the medical literature. Its mechanism of action in the regression of clinical symptoms and polyps, however, is not fully understood. The topical and/or systemic use of glucocorticoids lead to variable expression of cytokines, chemokines and lymphokines, as well as changes in cells. It is known that GC suppresses the expression of pro-inflammatory cytokines, chemokines (mais) and adhesion molecules such as ICAM-1 and E-selectin; GC also stimulate the transcription of anti-inflammatory cytokines such as TGF-b. GC suppress pro-fibrotic cytokines related to polyp growth, such as IL-11, the basic fibroblast growth factor (b-FGF), and the vascular endotelial growth factor (VEGF). The action of GC depends fundamentally on their interaction with receptors (GR); certain subjects have a degree of resistance to its effect, which appears to be related with the presence of a b isoform of GR. GC also act variably on the genes involved in immunoglobulin production, presentation, and antigen processing. AIM: We present a review of the literature on the mechanisms of GC action in nasal polyosis. CONCLUSION: Understanding the mechanism of action of GC in nasal polyposis will aid in the development of new, more efficient, drugs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Caracterização molecular das variantes do carcinoma papilífero de tiróide/ Molecular characterization of variants of thyroid papillary carcinoma

Lima, Marcus Aurelho de; Maito Filho, Lauro Cézar; Almeida, Helton Carlos de; Santos, Marlene Cabrine dos; Borges, Maria de Fátima
2003-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO E OBJETIVOS: Muitos estudos têm demonstrado possível relação entre a expressão de oncogenes e a agressividade histológica dos tumores tiroidianos. O presente trabalho investiga as alterações moleculares existentes nas variantes do carcinoma papilífero de tiróide (CPT), através da análise da expressão de proteínas relacionadas à tumorigênese, correlacionando-a com o prognóstico. METODOLOGIA: 32 casos estudados de CPT foram selecionados de peç (mais) as cirúrgicas, entre 1987 e 2000, sendo 5 homens e 27 mulheres com idades médias de 52,6 e 46,5 anos, respectivamente. Foram estudados anticorpos monoclonais anti-MIB-1, p53, c-erb-B2, bcl-2 e receptores de TSH e TGFb. RESULTADOS: Dos casos analisados, 11 foram considerados de melhor prognóstico (variantes microcarcinoma e encapsulado) e apresentaram elevada expressão de TSHR2 e TGFbR2 (100%), bcl-2 (81,8%), c-erb-B2 (90,9%) e menor expressão de p53 e MIB-1 (18,2%). Nos 13 casos classificados como de prognóstico intermediário (variantes clássica e folicular), a expressão de TSHR2 foi de 100%, TGFbR2 e bcl-2, 92,3%; c-erb-B2, 76,9%; p53, 23,1% e MIB-1, 69,2%. Finalmente, os 8 casos de pior prognóstico (varintes de células altas e de células colunares) mostraram expressão de TSHR2, bcl-2, c-erb-B2, em 100% dos casos, TGFbR2 em 87,5%, p53 em 75% e MIB-1 em 37,5%. CONCLUSÃO: As neoplasias mostraram-se bem diferenciadas em virtude da elevada expressão de TSHR2, TGFbR2, e baixa de p53. Em todos os grupos, a taxa proliferativa foi ausente ou baixa (1,5%) nos carcinomas de pior prognóstico. Além disso, a positividade para a proteína bcl-2 foi progressivamente maior com a piora do prognóstico. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Studies investigating the molecular pathogenesis of common thyroid neoplasms have shown some association between oncogenes expression and histological aggressiveness of thyroid tumors. We have investigated molecular changes in variants of thyroid papillary carcinoma (TPC), by analyzing the expression of proteins related to its tumorigenesis, and further, its own relationship to the prognosis. METHODS: We examined 32 surgical specimens of TPC obt (mais) ained from 5 males and 27 females (mean ages of 52.6 and 46.5 years, respectively). Monoclonal antibodies anti-MIB-1, p53, c-erb-B2, TSH receptors, TGFb receptors and bcl-2 were detected by immunohistochemistry. RESULTS: 11 of the 32 cases had a better prognosis (microcarcinoma and encapsulated tumors), with high expression of TSHR2 and TGFbR2 (100%), bcl-2 (81.8%), c-erb-B2 (90.9%) and lesser expression of p53 and MIB-1 (18.2%). In the 13 cases with intermediate prognosis (classic and folicular), the expression of TSHR2 reached 100%; TGFbR2 and bcl-2, 92.3%; c-erb-B2, 76.9%; p53, 23.1%; and MIB-1, 69.2%. The 8 cases with the worst prognosis (tall and columnar cells) expressed TSHR2, bcl-2, c-erb-B2, in 100% of them; TGFbR2 in 87.5%; p53 in 75%; and MIB-1 in 37.5%. CONCLUSIONS: These neoplasias have shown to be well differentiated, due to the high expression of TSH and TGFb receptors, and low expression of p53. In all groups, the proliferation rate was absent or very low (

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Contaminação bacteriana em concentrados plaquetários: identificação, perfil de sensibilidade aos antimicrobianos e sepse associada à transfusão/ Bacterial contamination on platelet concentrates: identification, antimicrobial susceptibility profile and transfusion-related sepsis

Martini, Rosiéli; Kempfer, Cláudia Barbisan; Rodrigues, Mônica de Abreu; Kuhn, Fábio Teixeira; Rigatti, Fabiane; Ratzlaff, Viviane; Segala, Zanoni; Hörner, Rosmari
2010-12-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: Devido à sepse bacteriana associada à transfusão de concentrados plaquetários (CPs) ter sérias consequências clínicas para os pacientes, alguns procedimentos têm sido incorporados na preparação e no controle de qualidade dos componentes sanguíneos para reduzir o risco da contaminação bacteriana. Este artigo descreve a prevalência da contaminação bacteriana dos CPs que foram transfundidos, o espectro bacteriano detectado com seu perfil de sens (mais) ibilidade aos antimicrobianos e as reações transfusionais nos receptores. MÉTODOS: Um total de 292 CPs (278 randômicos e 14 por aférese), proveniente do Hemocentro do Estado do Rio Grande do Sul (HEMORGS) de Santa Maria foi testado. As quantidades de 100μL e 200μL foram coletadas da porção tubular da bolsa de plaquetas e semeadas utilizando dois tipos de metodologias. RESULTADOS: Em cinco unidades(1,7%; 5/292) foram isoladas bactérias pela metodologia qualitativa e apenas uma pela quantitativa. Staphylococcus epidermidis foi o microrganismo identificado em todas as amostras. Dois pacientes apresentaram sepse associada à transfusão com desfecho fatal. CONCLUSÕES: A contaminação bacteriana pelas transfusões de CPs constitui-se num importante problema de saúde pública devido a sua associação com altas taxas de morbidade e mortalidade. Neste estudo, somente microrganismos gram-positivos foram isolados sendo que nenhuma amostra obtida por aférese apresentou contaminação. Resumo em inglês INTRODUCTION: Bacterial sepsis associated with the transfusion of platelet concentrates (PCs) results in serious clinical implications for patients. Given these implications, certain procedures have been integrated into the preparation and quality control of blood components to reduce the risk of bacterial contamination. This article describes the prevalence of bacterial contamination on transfused PCs, the bacterial spectrum detected and their antimicrobial susceptibilit (mais) y profile and transfusion reactions in receptors. METHODS: A total of 292 PCs (278 random and 14 per apheresis) from the Blood Center of the State of Rio Grande do Sul (HEMORGS), located in the city of Santa Maria, were tested. Quantities of 100μL and 200μL were collected from platelet bag tubing and seeded using two methodologies. RESULTS: Using the qualitative methodology, bacteria were isolated in five units (1.7%; 5/292), while only one was isolated using the quantitative methodology. Staphylococcus epidermidis was the microorganism identified in all samples. Two patients died of transfusion-related sepsis. CONCLUSIONS: Bacterial contamination due to PC transfusion is considered a major public health problem due to its association with high rates of morbidity and mortality. In this study only gram-positive microorganisms were isolated and none of the samples obtained by apheresis presented contamination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Análise da influência da bandagem funcional de tornozelo no tempo de reação do fibular longo em sujeitos saudáveis/ Analysis of ankle taping influence in the peroneal reaction time in healthy subjects

Meurer, Maurício Couto; Pacheco, Adriana Moré; Pacheco, Ivan; Silva, Marcelo Faria
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi analisar a influência da bandagem funcional de tornozelo no tempo de reação do fibular longo de indivíduos sadios. MÉTODOS: A amostra foi composta por oito indivíduos do gênero masculino, fisicamente ativos, sem histórias prévias de lesões de tornozelo e, com os resultados negativos aos testes de instabilidade articular de tornozelo. Foram usados como instrumentos da pesquisa, a bandagem funcional de tornozelo tipo bota fec (mais) hada, para realizar o teste uma plataforma capaz de inclinar 30o no plano frontal simulando a entorse lateral do tornozelo e um eletromiógrafo de oito canais (Bortec Electronics Incorporation, Canadá) para aquisições dos sinais eletromiográficos. Os sinais EMG foram coletados juntamente com o sinal da plataforma (sincronismo). A coleta dos dados foi realizada em dois momentos, primeiramente sem a bandagem e logo após com a bandagem. RESULTADOS: Os indivíduos tinham idade média de 23,3 anos (± 2,8), massa corpórea de 74,4kg (± 9,4), estatura de 1,7m (± 0,4) e IMC de 23,7kg/m2 (± 2,4). O estudo encontrou diferença estatisticamente significativa p = 0,018 na situação da bandagem funcional de tornozelo com diminuição do tempo de reação do fibular longo. CONCLUSÃO: Acreditamos que esta melhora se deva ao íntimo contato da bandagem com os receptores cutâneos do tornozelo, aumentando a ativação do reflexo fibular, com consequente ganho proprioceptivo e, assim, aumentando a habilidade dos sujeitos em responder a situações súbitas de entorses. O estudo demonstrou diminuição no tempo de reação do fibular longo de indivíduos sadios com o uso da bandagem funcional de tornozelo quando submetidos à inclinação lateral súbita do tornozelo. Resumo em inglês OBJECTIVE: The aim of this study was to analyze the influence of the ankle functional tape on long fibular reaction time in health subjects. METHODS: The sample was composed of eight physically active male subjects, without ankle injury history and with negative results on ankle joint instabilities tests. The instruments used in this research were an ankle functional tape(closed boot type), a platform capable to 30° frontal inclination and an eight-channel electromyograp (mais) h (Bortec Electronics Incorporation, Canada) for the electrical signals acquisition. The EMG signals were collected concomitantly to the platform (synchronism). Data were collected in two moments: firstly without tape and immediately after, with the tape. RESULTS: The subject average age was 23.3 years (± 2.8), body mass of 74.4 kg (± 9.4), height of 1.7 m (± 0.4) and BMI of 23.7 kg/m2. The research found statistically significant difference of p = 0.018 when the subjects were using the functional ankle tape, with a decreasing of reaction time in long fibular. CONCLUSION: We believe that this increase is related to the close contact of the functional tape with the ankle cutaneous receptors, increasing the fibular reflex activation, with a consequent proprioceptive gain and hence increasing the subjects' ability to respond to sudden ankle sprains. The study showed decrease in long fibular reaction time of health subjects while using this kind of ankle tape when submitted to a sudden lateral ankle inclination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Carcinomas mamários de tipo basal: perfil clínico-patológico e evolutivo/ Basal-like breast cancers: clinicopathological features and outcome

De Brot, Marina; Soares, Fernando Augusto; Stiepcich, Mônica Maria Ágata; Cúrcio, Vinícius S.; Gobbi, Helenice
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Investigar a frequência de carcinomas mamários de fenótipo basal em uma série de tumores triplo-negativos (TTN), definidos pela negatividade para receptores de estrógeno (RE), de progesterona (RP) e HER2. MÉTODOS: Selecionamos 140 TTN, obtendo-se características clínico-patológicas e sobrevida. Microarranjo de tecido (2 cilindros de cada tumor) foi construído e submetido à imunoistoquímica para RE, RP, HER2, citoqueratinas (Cks) 5 e 14, EGFR, p63 e p (mais) 53. Consideramos carcinomas de fenótipo basal os tumores negativos para RE, RP e HER2, e positivos para CK5. RESULTADOS: Encontramos 105 carcinomas de fenótipo basal entre 140 TTN (frequência=75%). A idade média das pacientes foi de 54,8 anos, sendo que 34,3% estavam na pré-menopausa. A maioria dos tumores foi classificada como carcinoma ductal invasor de alto grau. Os TTN exibiram positividade para CK5 (75,0%), CK14 (29%), EGFR (36,4%), p63 (28,6%) e p53 (67,1%). Estadiamento avançado da doença foi observado em 52 pacientes (50%), com diâmetro tumoral maior que 5 cm em 41 casos (39%) e metástases axilares em 61 casos (59,2%). Seguimento clínico foi obtido em 89 pacientes (média=51 meses). Destas, 45 pacientes (50,5%) evoluíram sem doença; 6 (6,7%) estavam vivas com doença e 38 (42,6%) morreram pelo câncer. Recidiva sistêmica ocorreu em 42 pacientes (47,1%), sendo pulmões, cérebro e ossos os principais sítios de metástases. As médias das sobrevidas global e livre de doença foram de 36 e 28 meses, respectivamente. CONCLUSÕES: Nosso estudo confirma comportamento clínico agressivo e elevada frequência dos carcinomas de fenótipo basal entre os TTN, semelhante ao descrito em casuísticas norte-americanas e europeias. Resumo em inglês OBJECTIVE: The aim of our study was to investigate basal phenotype in a series of triple-negative (estrogen and progesterone receptors-negative and HER2-negative) invasive mammary carcinomas. METHODS: We selected 140 previously tested triple-negative tumors. Clinical, histopathological and survival data were obtained. A tissue microarray containing 2 cylinders from each tumor was constructed and immunohistochemistry for estrogen receptor (ER), progesterone receptor (PR), (mais) HER2, cytokeratins (CK) 5 and 14, EGFR, p63, and p53 was performed. We considered basal like-cancers (BLC) those tumors that were ER/PR/HER2-negative and CK5-positive. RESULTS: We found 105 cases of BLC from 140 triple-negative tumors (frequency=75.0%). The mean age at diagnosis was 54.8 years-old and 34.3% were premenopausal women. The majority of tumors were high grade (83.7%) and of ductal/no-special-type (80.8%). Triple-negative tumors showed immunoreactivity for CK5 (75.0%), CK14 (29.0%), EGFR (28.6%), p63 (28.6%), and p53 (67.1%). Tumor size larger than 5cm was observed in 41 cases (39.0%) and axillary metastases were detected in 61 patients (59.2%). Follow-up was recorded for 89 patients (mean=51 months): 45 patients (50.5%) with no evidence of disease; 6 patients (6.7%) were alive with disease; and 38 patients (42.6%) died of the disease. Relapse was detected in 42 women (47.1%), lungs, brain, and bones being the most common sites of metastasis. The mean overall survival was 36 months and the mean disease-free interval was 28 months. CONCLUSION: Our findings confirmed that BLC are poor prognosis and highly-frequent carcinomas among triple-negative tumors, similar to data previously reported in North American and European patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Efeito dos ácidos graxos n-3 e n-6 na expressão de genes do metabolismo de lipídeos e risco de aterosclerose/ Effects of n-3 and n-6 fatty acids on the expression of genes involved in the lipid metabolism and risk of atherosclerosis

Raposo, Helena Fonseca
2010-10-01

Resumo em português A aterosclerose, principal responsável pela patogênese do infarto miocárdico e cerebral, bem como pela gangrena e por outras doenças vasculares periféricas, permanece como principal causa de morbidade e mortalidade nas populações "ocidentalizadas". Estima-se que 17,5 milhões de pessoas morreram por doenças cardiovasculares em 2005, o que representou 30% das causas de morte nesse ano, e que, em 2015, 20 milhões de pessoas morrerão por doenças cardiovasculares n (mais) o mundo. Os ácidos graxos n-3, principalmente os de cadeia longa, encontrados nos peixes, têm-se mostrado particularmente úteis na prevenção e tratamento de doenças como dislipidemias, diabetes mellitus e obesidade, apresentando importante efeito cardioprotetor. Nesse contexto, pesquisas têm evidenciado que ao menos parte dos benefícios dos ácidos graxos eicosapentaenóico e docosahexaenóico sobre o risco de doenças cardiovasculares é decorrente da modulação de genes responsivos aos receptores ativados por proliferadores de peroxissomos e envolvidos no metabolismo lipídico. Nesta revisão, pretende-se expor alguns mecanismos de ação dos ácidos graxos n-3 e n-6 sobre o metabolismo de lipídeos e de lipoproteínas. Conclui-se que muitos aspectos que contribuem para o risco de doenças cardiovasculares são afetados pela ingestão de n-3. Além da redução de triglicérides, fatores como o aumento de adiponectina, a redução da concentração de colesterol plasmático e a melhora do transporte reverso de colesterol também são responsáveis pela redução do risco de aterosclerose promovida pelos ácidos graxos n-3. No entanto, ainda são necessários estudos adicionais para definir mais claramente os mecanismos celulares e moleculares responsáveis pelo efeito cardioprotetor dos ácidos graxos n-3. Resumo em inglês Atherosclerosis, the main cause of myocardial infarction, stroke, gangrene and other peripheral vascular diseases, also persists as the main cause of morbidity and mortality in Western populations. Roughly 17.5 million people died from cardiovascular diseases in 2005, representing 30% of the causes of death in that year, and in 2015, another 20 million people will die of cardiovascular diseases around the world. The n-3 fatty acids, especially the long-chain n-3 found in (mais) fish, have been shown to be particularly effective in the prevention and treatment of diseases such as dyslipidemias, diabetes mellitus and obesity, presenting an important cardioprotective effect. In this context, studies have found that at least some of the cardiovascular benefits associated with eicosapentaenoic and docosahexaenoic fatty acids regard the modulation of genes that respond to the peroxisome proliferator-activated receptors involved in lipid metabolism. This review will discuss some of the mechanisms of action of some n-3 and n-6 fatty acids on the metabolism of lipids and lipoproteins. In conclusion, many aspects that contribute to the risk of cardiovascular diseases are affected by n-3 intake. N-3 fatty acids not only reduce triglycerides, but also promote factors that increase adiponectin, reduce blood cholesterol levels and improve the reverse cholesterol transport, and all of these contribute to reducing the risk of atherosclerosis. However, additional studies are still necessary to elucidate all the cellular and molecular mechanisms responsible for the cardioprotective effect of n-3 fatty acids.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Novos conhecimentos sobre a flora bacteriana vaginal/ Vaginal bacterial flora: up to date

Linhares, Iara Moreno; Giraldo, Paulo Cesar; Baracat, Edmund Chada
2010-01-01

Resumo em português O objetivo desta revisão foi apresentar os novos conhecimentos sobre o ecossistema vaginal, enfatizando os métodos não cultiváveis de identificação microbiana (amplificação de genes), as várias espécies de Lactobacillus que podem compor a flora vaginal e a interação desta com os mecanismos locais de imunidade inata e adquirida, dependentes dos constituintes genéticos. Foram pesquisados no Medline (Pubmed) os artigos relacionados ao tema publicados entre 1997 (mais) e 2009, selecionando-se apenas os considerados relevantes. A utilização de técnicas não cultiváveis (técnicas de amplificação de genes) tem possibilitado o melhor conhecimento sobre a composição do ecossistema vaginal. Na maioria das mulheres no menacme predominam na vagina uma ou mais espécies de Lactobacillus: L. crispatus, . L. inners e L gasseri. Entretanto, em outras mulheres aparentemente saudáveis pode haver deficiência ou mesmo ausência de Lactobacillus, que são substituídos por outras bactérias produtoras de ácido lático: espécies de Atopobium, Megasphaera e/ou Leptotrichia. A infecção e/ou a proliferação de bactérias patogênicas na vagina são suprimidas pela produção de ácido lático, por produtos gerados pelas bactérias e pela atividade local das imunidades inata e adquirida. As células epiteliais vaginais produzem diversos componentes com atividade antimicrobiana. Tais células ainda possuem receptores de membrana ("Toll-like receptors") que reconhecem padrões moleculares associados aos patógenos. O reconhecimento leva à produção de citocinas proinflamatórias e à estimulação da imunidade antigenoespecífica. A produção de anticorpos IgG e IgA também pode ser iniciada na endocérvice e na vagina em resposta à infecção. Conclui-se que a composição da flora vaginal e os mecanismos de imunidade representam importantes mecanismos de defesa. Os critérios de "flora normal" e "flora anormal" devem ser revistos; os polimorfismos genéticos podem explicar variações na composições da flora. Ressalta-se a necessidade de que tais conhecimentos sejam incorporados à pratica clínica do ginecologista e obstetra para o aprimoramento do cuidado às pacientes. Resumo em inglês The aim of this review is to update knowledge about the vaginal ecosystem, non-cultivation methods for bacterial identification (gene amplification), the Lactobacillus species that comprise normal vaginal flora and influence of host genetics on bacterial interactions with local innate and acquired immune defenses. A Medline (Pubmed) search from 1997-2009 for relevant articles was performed and the most informative articles were selected. Non-culture techniques (gene ampli (mais) fication) allow a comprehensive analysis of the vaginal ecosystem's composition. In the majority of women in the reproductive age there is a predominance of one or more species of Lactobacillus: L. crispatus, L. inners and L gasseri. However, in other apparently healthy women there is a deficiency or complete absence of Lactobacilli. Instead, there is a substitution by other lactic acid-producing bacteria: Atobium, Megasphaera and/or Leptotrichia species. The infectivity and/or proliferation of pathogenic bacteria in the vagina is suppressed by lactic acid production, by products of endogenous bacteria and by activation of local innate and acquired immunity. Vaginal epithelial cells produce several compounds with anti-microbial activity. These cells have Toll-like receptors on their membrane that recognize molecular patterns associated with pathogens. Recognition leads to production of pro-inflammatory cytokines and stimulation of antigen-specific immunity. The production of IgG and IgA antibodies is also triggered in the endocervix and vagina in response to infection. Vaginal flora composition and the immune mechanisms constitute important defenses. Criteria of normal and abnormal flora have to be reviewed and genetic polymorphism can explain variations in flora composition. This new knowledge should be included in the clinical practice of gynecologists and obstetricians to improve patients care.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Aspectos neuroquímicos: o papel da serotonina no TOC

Graeff, Frederico G
2001-10-01

Resumo em inglês The therapeutic action of selective serotonin (5-HT) reuptake inhibitors (SSRIs) in obsessive-compulsive disorder (OCD) points to the role of 5-HT in this condition. Functional neuroimaging studies showed hyperactivity of the nucleus caudatum in OCD patients, which disappears following treatment with either SSRIs or cognitive behavior therapy. Pharmacological results indicate hypersensitivity of the 5-HT1D receptor subtype in OCD, similarly reversed by chronic administrat (mais) ion of SSRIs. Neurochemical data show that these receptors are selectively concentrated in the striatum, and are localized in 5-HT terminals, where they inhibit 5-HT release by the nerve impulse. Since 5-HT reduces the activity of post-synaptic neurons in the striatum, it has been suggested that the hypersensitivity of 5-HT1D receptors contribute to the genesis of OCD symptoms.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Os fármacos e a quiralidade: uma breve abordagem/ Drugs and chirality: a brief overview

Lima, Vera Lucia Eifler
1997-12-01

Resumo em inglês The concepts of stereochemistry and chirality are introduced, and the ability to distinguish among the different receptors caused by one stereoselective action against chiral drugs is presented. The importance of the behaviour of chiral drugs is emphasized.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

AMPc - Sinalização intracelular: um software educacional/ AMPc - Intracellular signaling: an educational software

Yokaichiya, Daniela K.; Fraceto, Leonardo F.; Miranda, Márcio A.; Galembeck, Eduardo; Torres, Bayardo B.
2004-06-01

Resumo em inglês Chemicals binding to membrane receptors may induce events within the cell changing its behavior. Since these events are simultaneous and hard to be understood by students, we developed a computational model to dynamically and visually explore the cAMP signaling system to facilitate its understanding. The animation is shown in parts, from the hormone-receptor binding to the cellular response. There are some questions to be answered after using the model. The software was f (mais) ield-tested and an evaluation questionnaire (concerning usability, animations, models, and the software as an educational tool) was answered by the students, showing the software to be a valuable aid for content comprehension.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Aspectos terapêuticos de compostos da planta Cannabis sativa/ Therapeutical aspects of compounds of the plant Cannabis sativa

Honório, Káthia Maria; Arroio, Agnaldo; Silva, Albérico Borges Ferreira da
2006-04-01

Resumo em inglês Several cannabinoid compounds present therapeutic properties, but also have psychotropic effects, limiting their use as medicine. Nowadays, many important discoveries on the compounds extracted from the plant Cannabis sativa (cannabinoids) have contributed to understand the therapeutic properties of these compounds. The main discoveries in the last years on the cannabinoid compounds were: the cannabinoid receptors CB1 and CB2, the endogenous cannabinoids and the possible (mais) mechanisms of action involved in the interaction between cannabinoid compounds and the biological receptors. So, from the therapeutical aspects presented in this work, we intended to show the evolution of the Cannabis sativa research and the possible medicinal use of cannabinoid compounds.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

A intervenção da célula epitelial na asma/ The role of the epithelial cell in asthma

Pinto, Anabela Mota; Todo-Bom, Ana
2009-05-01

Resumo em português Faz -se uma revisão da intervenção da célula epitelial brônquica na fisiopatologia da asma. O epitelio que reveste as vias respiratórias actua como uma barreira física, separando o meio externo do meio interno pulmonar, controla a permeabilidade intercelular e transcelular, e, deste modo, a acessibilidade dos agressores inalantes as células apresentadoras de antigenio envolvidas na resposta imunoinflamatoria. As células epiteliais unidas por tight junctions contr (mais) ibuem para a integridade das vias aéreas e expressam poliovirus receptor-related protein (PRR), toll like receptors (TLR) e protease -activated receptors (PAR), que reconhecem agentes bacterianos e alergenios. A sua disfuncao transforma -as em fonte de mediadores intervenientes na inflamação. A interacção bidireccional entre, por um lado, o epitelio e os elementos constitutivos do brônquio e por outro, as partículas inaladas, tem subjacente a formação de uma unidade, com identidade propria designada EMTU - epithelial mesenchymal trophic unit. Esta extensa intervencao coloca a célula epitelial no centro de accao da cronicidade e remodelacao do processo asmático. As doenças infecciosas e o stress ambiental sao capazes de induzir alterações a nível da célula epitelial susceptíveis de modificar a sua resposta a estimulações futuras, nomeadamente a ampliar a resposta a outras agressões infecciosas por acção sinérgica das vias de sinalização. O epitelio brônquico tem assim funções de barreira que lhe permite exercer uma permeabilidade selectiva, a nível intracelular e transcelular, e ainda metabolicamente activo pelas capacidade de produzir mediadores quimiotacticos e citocinas envolvidos no recrutamento e na activação celular, com repercussão na broncomotricidade e na remodelação da parede brônquica. Resumo em inglês It is done a review of the intervention of the epithelial bronchial cell in the pathophysiology of asthma. The respiratory epithelium acts as a physical barrier that separates the external environment from the pulmonary internal environment. It controls the intercellular and trans -cellular permeability and this way the accessibility of the inhaled pathogens to the antigen presenting cells involved in the immuno -inflammatory response. Epithelial cells connected by tight (mais) junctions contribute to the barrier function of the airways. They express a poliovirus receiver - related protein (PRR), toll like receptors (TLRs) and protease-activated receptors (PARs), which recognize bacterial agents and allergens. Its dysfunction turns them into important sources of inflammatory mediators. The bidirectional interaction between the epithelium and other bronchial wall elements with inhaled particles originates a structure with its own identity, the designated EMTU - Epithelial Mesenchymal Trophic Unit. These observations support a central role for the epithelial cell in chronic inflammation and in the remodelling of the asthmatic process. Infectious diseases and environmental stress can activate different cell receptors and signalling pathways that induce changes in the cell surface modifying their response to future stimulations, namely to other infectious aggressions. The bronchial epithelium has barrier functions with selective permeability; it has metabolic activity producing cytokines and chemokines stimulating the cell’s recruitment and activation, increasing the bronchial reactivity and the remodelling of the airways.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

Propriedades e aplicações recentes das ciclodextrinas/ Properties and recent applications of cyclodextrins

Venturini, Cristina de Garcia; Nicolini, Jaqueline; Machado, Clodoaldo; Machado, Vanderlei Gageiro
2008-01-01

Resumo em inglês Cyclodextrins (CDs) are cyclic oligosaccharides comprised of six or more glucose units connected by alpha-1,4 bonds. They have hydrophobic cavities with a hydrophilic exterior, and are versatile receptors for a variety of substrates. This ability allows them to be applied in many fields, as distinct as supramolecular chemistry, nanotechnology, pharmaceuticals, green chemistry, agrochemicals, analytical chemistry, toiletries, foods, and cosmetics. This review summarizes se (mais) veral aspects related to the physico-chemical properties of CDs and discusses their potential applications illustrated by recent examples. The prospects for their use in several areas are also described.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

Peptídeos de conformação restrita induzida pela incorporação de unidades (aza)lactâmicas/ Conformationally constrained induced peptides containing (aza)lactam units

Pohlmann, Adriana Raffin; Quirion, Jean-Charles; Guillaume, Dominique; Husson, Henri-Philippe
1999-12-01

Resumo em inglês Conformational constraint is an approach which can be used to restrict the flexibility of peptide molecules and to provide information on the topographical requirements of receptors. The incorporation of conformationally constrained units in a peptide can lead to peptide analogues that present numerous advantages such as the potentialization of the pharmacological activity and the decrease of enzymatic degradation. This review discusses the peptide analogues containing a (mais) lactam or azalactam unit in their sequences. Of particular interest has been the replacement of a dipeptide motif in a peptide that simulates a beta-turn.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Polímeros biomiméticos em química analítica. Parte 2: aplicações de MIP ("Molecularly Imprinted Polymers") no desenvolvimento de sensores químicos/ Biomimetic polymers in analytical chemistry. Part 2: applications of MIP (Molecularly Imprinted Polymers) in the development of chemical sensors

Tarley, César Ricardo Teixeira; Sotomayor, Maria Del Pilar Taboada; Kubota, Lauro Tatsuo
2005-12-01

Resumo em inglês The aim of this paper is the description of the strategies and advances in the use of MIP in the development of chemical sensors. MIP has been considered an emerging technology, which allows the synthesis of materials that can mimic some highly specific natural receptors such as antibodies and enzymes. In recent years a great number of publications have demonstrated a growth in their use as sensing phases in the construction of sensors . Thus, the MIP technology became very attractive as a promising analytical tool for the development of sensors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Perspectivas de novos tratamentos para o carcinoma tireoidiano avançado/ Perspectives for new treatments in advanced thyroid carcinoma

Rodrigues, Aluízio
2006-06-01

Resumo em inglês In the treatment of thyroid cancer, the greatest problem existis in tumors that continue to grow or express recurrences, despite surgical, radioidine or t4 supressive therapies. Improved knowledge of the molecular biology of tumors showed that elevated expression of oncogeneses, uncontrolled ativation of tyrosine cinase receptors and their signaling pathways, and inibition of programmed apoptosis are all important factors in the origin and evolution of tumors and their me (mais) tastasis. The development of therapies targeted against especific molecular deregulation envolved in tumor progression is now been evaluated, with sucess, in various types of cancer. In thyroid cancer, target therapies using drugs, antibodies, genes, and small molecules are in development in preclinical studies and show a potential role in the managment of thyroid cancer, in the future. In this review, some of these studies are discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

96

Usos do sulfato de magnésio em obstetrícia e em anestesia/ Applications of Magnesium Sulfate in Obstetrics and Anesthesia/ Usos del sulfato de magnesio en obstetricia y en anestesia

Barbosa, Fabiano Timbó; Barbosa, Luciano Timbó; Jucá, Mário Jorge; Cunha, Rafael Martins da
2010-02-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O magnésio é um íon predominantemente intracelular. Seu efeito bloqueador do receptor NMDA lhe confere características analgésicas e sedativas. O objetivo desse artigo foi revisar a fisiologia, a farmacologia e a diminuição da concentração plasmática do magnésio, assim como algumas das suas aplicações em obstetrícia e em anestesia. CONTEÚDO: O magnésio é um cátion intracelular que possui múltiplas funções: é cofator de enzi (mais) mas do metabolismo glicídico e de enzimas da degradação dos ácidos nucleicos, proteínas e ácidos graxos; regula a passagem de íons transmembrana e intervém na atividade de várias enzimas. O paciente em estado crítico apresenta tendência à hipomagnesemia e o tratamento consiste em corrigir a causa quando possível acompanhada da reposição do magnésio. Já foi demonstrada a redução da concentração alveolar mínima (CAM) dos agentes inalatórios em animais e do uso de opioides em humanos sob anestesia. CONCLUSÕES: O sulfato de magnésio vem sendo utilizado em obstetrícia com boa efetividade para inibição do trabalho de parto prematuro e para o tratamento das crises convulsivas associadas ao quadro de eclâmpsia. É um fármaco com potencial analgésico e sedativo que pode ser utilizado como coadjuvante durante a anestesia geral atenuando a resposta pressórica à intubação traqueal e diminuindo a necessidade de anestésicos. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El magnesio es un ión predominantemente intracelular. Su efecto bloqueador del receptor NMDA le confiere características analgésicas y sedativas. El objetivo de este artículo, fue revisar la fisiología, la farmacología y la disminución de la concentración plasmática del magnesio, como también de algunas de sus aplicaciones en obstetricia y en anestesia. CONTENIDO: El magnesio es un catión intracelular que posee múltiples funciones: e (mais) s cofactor de enzimas del metabolismo glicídico y de enzimas de la degradación de los ácidos nucleicos, proteínas y ácidos grasos; regula el paso de los iones transmembrana e interviene en la actividad de varias enzimas. El paciente en estado crítico, presenta una tendencia a la hipomagnesemia, y el tratamiento consiste en corregir la causa cuando es posible, acompañada de la reposición del magnesio. Ya ha quedado demostrada la reducción de la concentración alveolar mínima (CAM), de los agentes inhalatorios en animales y el uso de opioides en humanos bajo anestesia. CONCLUSIONES: El sulfato de magnesio, ha venido siendo utilizado en obstetricia con una buena efectividad para la inhibición del parto prematuro y para el tratamiento de las crisis convulsivas asociadas al cuadro de eclampsia. Es un fármaco con potencial analgésico y sedativo que puede ser utilizado como coadyuvante durante la anestesia general, atenuando la respuesta presórica a la intubación traqueal y disminuyendo la necesidad del uso de anestésicos. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Magnesium is predominantly an intracellular ion. Its blocking effects on NMDA receptors are responsible for the analgesic and sedative characteristics of this ion. The objective of this study was to review the physiology, pharmacology, and decreased plasma levels of magnesium, as well as its applications in obstetrics and anesthesia. CONTENTS: Magnesium is an intracellular cation with multiple functions: it is a cofactor for enzymes of the gluco (mais) se metabolism and those that participate in the degradation of nucleic acids, proteins, and fatty acids; it regulates the movements of transmembrane ions; and it intervenes in the activity of several enzymes. Critical patients have a tendency to develop hypomagnesemia, and the treatment consists in correcting the cause, whenever possible, and replacement of magnesium. A reduction in the minimum alveolar concentration (MAC) of inhalational agents in animals and the use of opioids in humans under anesthesia has been demonstrated. CONCLUSIONS: Magnesium sulfate has been used in obstetrics with good results, inhibiting premature labor and in the treatment of eclampsia-associated seizures. It is potentially analgesic and sedative, and could be used as adjuvant during general anesthesia, attenuating the blood pressure response to tracheal intubation and decreasing the need of anesthetics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

97

Farmacologia do fibratos/ Pharmacology of fibrates

Xavier, Hermes Toros
2005-10-01

Resumo em português Os fibratos são as drogas de escolha nas hipertrigliceridemias. Após sua absorção, os fibratos são metabolizados pelo fígado, utilizando isoenzimas P450 não compartilhadas pelas estatinas. Entretanto, para alguns fibratos, como o genfibrozil, uma interação com estatinas pode ocorrer durante a sua glucuronidação, ou pelo deslocamento de frações livres de estatina ligadas às proteínas plasmáticas. A vida-média plasmática é variável entre os fibratos (2-8 (mais) 0 h). Recentemente, foi demonstrado que os fibratos promovem suas ações lipídicas pelo estímulo dos PPAR-alfa. Através dessa ação, existe um incremento na transcrição de alguns genes relacionados com o metabolismo lipídico, como a LLP, APOAI, APOAII, ABCA-1, bem como uma diminuição na expressão da APOCIII, e muitas outras ações. Resumo em inglês Fibrates are drugs commonly used in hypertriglyceridemias. After their absorption, fibrates are metabolized by the liver, using P450 isoenzymes not shared by statins. However, for some fibrates, such as genfibrozil, an interaction with statins can occur during their liver glucuronidation, or by displacement of free fraction of statins linked to proteins in plasma. Plasma half-life is variable among fibrates (2-80 h). Recently it has been shown that fibrates produce plasma (mais) lipid changes mainly by stimulating peroxisome-proliferation activation receptors alpha. Through this action, there is an increase in the transcription of some genes related to lipid metabolism, such as LLP, APOAI, APOAII, ABCA-1, as well as decrease in the expression of APOCIII, and many other actions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

98

Análise multivariada de resultados da ovulação múltipla seguida de transferência de embriões de doadoras zebuínas/ Multivariate analysis of multiple ovulation followed by embryo transfer results from zebu donors

Peixoto, M.G.C.D.; Fonseca, C.G.; Penna, V.M.; Alvim, M.T.T.
2002-10-01

Resumo em português Resultados de 1390 ovulações múltiplas seguidas de transferência de embriões foram submetidas à análise multivariada para estudo da relação entre algumas variáveis envolvidas no processo. As superovulações foram realizadas no período de 1989 a 1999 em várias doadoras zebuínas das raças Brahman (31), Gir (22), Guzerá (68) e Nelore (411), provenientes de 61 rebanhos de diversas regiões do Brasil. As doadoras tinham idades entre 1,5 e 19,5 anos. Analisaram- (mais) se apenas dados de primeira colheita e dados de colheitas consecutivas. As principais correlações encontradas com a análise de ambos os arquivos pelo método de Pearson foram de: 0,72 entre o total de estruturas recuperadas (ER) e o número de embriões viáveis (EV); 0,66 entre ER e o total de prenhezes positivas (PP); 0,53 entre ER e o número de corpos lúteos palpados (CL); 0,89 entre EV e PP; 0,33 entre EV e CL; e 0,30 entre PP e CL. Observou-se associação entre coeficiente de endogamia, idade das doadoras à superovulação, droga estimuladora, dose da droga estimuladora, ordem de colheita e número de inseminações. Foram estimados os seguintes fatores nas análises de colheitas consecutivas: fator 1 - que reduz a resposta à superovulação, fator 2 - que define os esquemas de superovulação de doadoras e fator 3 - que define o sucesso do esquema de superovulação. Com os dados de primeira colheita foram obtidos: fator 1 - que define a idade ótima à superovulação, fator 2 - que define os esquemas de superovulação de doadoras e fator 3 - que define esquema alternativo de superovulação. As análises indicaram que os resultados de superovulação são muito variáveis e que há grande efeito da idade da doadora à superovulação, do coeficiente de endogamia da doadora, da ordem de colheita, da dose da droga e do número de inseminações sobre esses resultados. O número de embriões viáveis por superovulação e a correlação entre número de embriões viáveis e total de prenhezes positivas podem ser indicadores da eficiência do MOET. Resumo em inglês Data on 1390 Zebu donors multiple ovulation followed by embryo transfer results were analyzed. The donors came from different regions of Brazil and belonged to Brahman (31), Gir (22), Guzerá (68) and Nelore (411) breeds. The age of donors ranged from 1.5 to 19.5 years old. The first recovery data and consecutive recovery data were submitted to multivariate analysis. The estimated Pearson correlation coefficients were: 0.72 between total recovered structures (ER) and numb (mais) er of viable embryos (EV); 0.66 between ER and total of positive pregnant receptors (PP); 0.53 between ER and number of palpated corpora luteum; 0.89 between EV and PP; 0.33 between EV and CL and 0.30 between PP and CL. Relationships among inbreeding coefficient, age of donors to superovulation, stimulating drug, drug dosage, recovery number and number of executed insemination were also observed. Factor analysis indicated the following factors for consecutive recoveries: factor 1 - factors that reduce superovulation response, factor 2 - superovulation scheme according to characteristics of donors, factor 3 - success of superovulation scheme. For first recovery analysis the following factors were designated: factor 1 - optimum age for superovulation, factor 2 - superovulation scheme according to characteristics of donors, and factor 3 - alternative superovulation scheme. The analysis also indicated the results of superovulation are quite variable and that the age of donors to superovulation, inbreeding coefficient of donors, recovery number, drug dosage and number of inseminations have high effect on the results. The number of viable embryos and the correlation between number of viable embryos and total of positive pregnant receptors can be indicators of MOET success.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

99

Imunoglobulina A salivar (IgA-s) e exercício: relevância do controle em atletas e implicações metodológicas/ Salivary immunoglobulin A (s-lgA) and exercise: relevance of its control in athletes and methodological implications

Silva, Rafael Pires da; Natali, Antônio José; Paula, Sérgio Oliveira de; Locatelli, Jamille; Marins, João Carlos Bouzas
2009-12-01

Resumo em português O objetivo do presente estudo é realizar uma análise e discussão dos principais achados envolvendo o comportamento da imunoglobulina A salivar (IgA-s) em relação ao estímulo do exercício e evidenciar a importância de seu controle em atletas. O exercício físico é um importante modulador das características do sistema imune, sobretudo do comportamento da IgA-s, componente fundamental na proteção de infecções do trato respiratório superior (ITRS). No entanto (mais) , a relação direta entre baixas concentrações de IgA-s e ITRS precisa de mais evidências para ser confirmada. As concentrações de IgA-s durante e logo após um exercício intenso diminuem, deixando o indivíduo mais suscetível à infecção, porém, atletas envolvidos em atividades extenuantes não são clinicamente imunodeficientes, comparados com indivíduos sedentários. Essas modificações são transitórias, com retorno aos valores normais após aproximadamente 48 horas de repouso. A razão dessas alterações não é clara, mas se apresenta multifatorial: elevação de hormônios estressores; fatores nutricionais; ação de espécies reativas de oxigênio; e estresse psicológico. Apesar do efeito transitório das alterações provocadas nos elementos do sistema imune frente ao exercício, observa-se diferença na variabilidade da IgA-s em populações com diferentes níveis de condicionamento. Diferenças metodológicas - como o protocolo de exercício, o método de coleta, armazenamento e manipulação da saliva, a forma de expressão da IgA-s, o nível de hidratação, o controle da dieta, a sazonalidade do período de competição, a aclimatação entre outros fatores - devem ser levadas em consideração para comparação entre os estudos. Além disso, ajudam a explicar, em parte, os resultados adversos envolvendo exercício moderado e os intermitentes, em que se encontram aumento, redução e até ausência de alteração nos níveis de IgA-s. Investigações de elementos inovadores, como os toll-like receptors, e o avanço tecnológico podem colaborar para aumentar as evidências sobre o tema. Resumo em inglês The present study aimed to discuss the main findings involving salivary immunoglobulin A (s-IgA) and exercise and evidence the importance of the control in athletes. Exercise is a great modulator of immune system characteristics such as the s-IgA that exerts important defense against upper respiratory tract infections (URTI). However, more evidence is needed to confirm a direct association between low levels of s-IgA and URTI. The level of s-IgA decreases after a high-int (mais) ense exercise, increasing thus, the individual's susceptibility to infection, but athletes engaged in exhausting exercise are not clinically immune-deficient compared with sedentary subjects. The changes in s-IgA are transitory returning to normal status in approximately 48-h rest. The reason of these alterations remains unclear, but many causes have been investigated: hormones stressors rise; nutrition influences; action of reactive oxygen species, psychological stress. Despite the transitory effects of the exercise on the immune system, the variability in s-IgA differs in populations with different fitness levels. Differences in exercise protocols, saliva collection, manipulation or storage methods, the method used to assess s-IgA, subject's hydration status, dietary control, competition's seasonality, acclimatization, among other factors should be considered to compare different studies. In addition, these factors could partially explain the adverse results of studies involving moderate and intermittent exercise that have found increase, decrease and no changes in s-IgA levels. Investigations of recent immunologic issues such as the toll like-receptors and the advances in technology may contribute to increase the evidence on this issue.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

100

Depressão vascular no idoso: resposta ao tratamento antidepressivo associado a inibidor das colinesterases/ Vascular depression in elderly: response to treatment with antidepressant associated to cholinesterase inhibitor

Barcelos, Ricardo; Faria, Juliano; Grossi, Paulo; Aparício, Marco Antonio Moscoso; Bottino, Cássio M. C.
2007-01-01

Resumo em português CONTEXTO: Entre os transtornos neuropsiquiátricos ocasionados por eventos cerebrovasculares, a depressão vascular é pouco diagnosticada por médicos não especialistas, causando aumento da morbimortalidade de pacientes idosos. CASO CLÍNICO: Trata-se de um paciente com 67 anos que apresentou resposta parcial a tratamento com inibidores da recaptura de serotonina e efeitos adversos autonômicos graves com outros antidepressivos. A adição de rivastigmina ao citalopram (mais) promoveu sucesso terapêutico, com redução de 23 para 7 pontos, na escala de Hamilton para depressão. DISCUSSÃO: O resultado obtido traz novas perspectivas para o tratamento da depressão vascular, sendo necessários ensaios clínicos controlados que evidenciem o benefício da adição dos inibidores das colinesterases aos antidepressivos no tratamento destes pacientes. Resumo em inglês CONTEXT: Among neuropsychiatric disorders caused by cerebrovascular factors, vascular depression is diagnosed in a small degree by general practitioners, causing morbid-mortality increase in elderly. CASE REPORT: That is a case of a 67 year-old-man with partial response after treatment with a Selective Serotonin Receptors Inhibitor, and severe autonomic adverse effects with other antidepressants. The addition of rivastigmine to citalopram resulted in a therapeutic success (mais) , with a reduction of 23 to 7 points on the Hamilton Depressive Scale (HAM-D). DISCUSSION: The result obtained brings new perspectives to the treatment of vascular depression, providing that randomized controlled trials with larger sample sizes confirm the positive effect of the addition of a cholinesterase inhibitor to antidepressants in the treatment of these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

101

Efeito do número da passagem e do gênero das células doadoras de núcleo no desenvolvimento de bovinos produzidos por transferência nuclear/ Effect of culture time and gender of nuclei donor cells on bovine development produced by nuclear transfer

Merighe, Giovana Krempel Fonseca; Miranda, Moysés dos Santos; Bem, Tiago Henrique Câmara de; Watanabe, Yeda Fumie; Meirelles, Flávio Vieira
2010-10-01

Resumo em português Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito do número da passagem e do sexo das células doadoras de núcleo no desenvolvimento embrionário e fetal após transferência nuclear. Para isso, oócitos bovinos foram maturados, enucleados e reconstruídos com células somáticas de animal adulto. Após a fusão e ativação química, os zigotos reconstituídos foram cultivados em Charles Rosenkranz 2 (CR2) com monocamada de células da granulosa a 38,8ºC em atmosfera um (mais) idificada a 5% de CO2 em ar, durante sete dias, e transferidos para receptoras sincronizadas. As taxas de clivagem e desenvolvimento a blastocisto de embriões reconstruídos com células cultivadas por tempo maior foram inferiores às obtidas com os demais tempos de cultivo. Além disso, os blastocistos produzidos não resultaram no desenvolvimento de uma gestação a termo. Embora a taxa de clivagem em embriões fêmeas tenha sido maior, o número de embriões que atingiram o estádio de blastocisto foi maior nos embriões machos. No período gestacional, fêmeas apresentaram maior taxa de aborto entre 90 e 120 dias de gestação. Esses resultados indicam que células doadoras de núcleos cultivados por longos períodos dificultam a produção de blastocistos e aumentam as chances de perdas durante a gestação. Embriões clonados machos têm maior competência para se desenvolver a blastocisto e resultam em menor taxa de perda gestacional. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the effects of culture time and sex of nuclei donor cells on embryo and fetal development after nuclear transfer. Thus, bovine oocytes were matured, enucleated and reconstructed with somatic cells from an adult animal. After fusion and chemical activation, the reconstituted zygotes were cultured in Charles Rosenkranz 2 (CR2) on a granular monolayer cell at 38.8ºC in a humidified atmosphere 5% CO2 in air for seven days, and tran (mais) sferred to synchronized receptors. Cleavage rates and development to blastocyst of embryo reconstructed with cells cultured for a longer time were lower than rates obtained with other culture times. Moreover, these produced blastocysts did not result in the development of full term pregnancy. Although cleavage rates were higher in female embryos, the number of embryos that reached blastocyst stage was higher in male embryos. During gestation period, females showed higher abortion rates from 90 to 120 days of gestation. These results indicate that cells donnors of nuclei cultured for long periods make the production of blastocysts difficult and increase the chances of losses during pregnancy. Cloned male embryos are more succesful in becoming blastocysts and result in lower gestational loss rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)