Sample records for radium e
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 6 shown.



1

Radioterapia externa conformada 3D para o carcinoma de próstata: experiência do Instituto do Radium de Campinas com 285 pacientes/ 3D conformal external beam radiation therapy for prostate carcinoma: an experiment of Instituto do Radium de Campinas with 285 patients

Nakamura, Ricardo Akiyoshi; Monti, Carlos Roberto; Trevisan, Felipe Amstalden; Jacinto, Alexandre Arthur
2009-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Reportar resultados de tratamentos do câncer de próstata com radioterapia conformada 3D realizados em uma única instituição. MATERIAIS E MÉTODOS: De julho de 1997 a janeiro de 2002, 285 pacientes consecutivos com câncer de próstata foram submetidos a radioterapia conformada 3D com dose mediana de 7.920 cGy na próstata e analisados retrospectivamente. A distribuição segundo o grupo de risco foi a seguinte: baixo risco - 95 (33,7%); risco intermediário (mais) - 66 (23,4%); alto risco - 121 (42,9%) pacientes. RESULTADOS: Em seguimento mediano de 53,6 meses (3,6-95,3 meses), sobrevidas atuariais global, causa específica, livre de metástases a distância e livre de recidiva bioquímica em cinco anos foram de 85,1%, 97,0%, 94,2% e 75,8%, respectivamente. Sobrevidas atuariais livre de toxicidade retal e urinária tardias em cinco anos foram de 96,4% e 91,1%, respectivamente. Ressecção transuretral pré-radioterapia conformada 3D e doses > 70 Gy em 30% do volume da bexiga implicaram maior toxicidade urinária tardia grau 2-3 em cinco anos (p = 0,0002 e p = 0,0264, respectivamente). CONCLUSÃO: A primeira experiência relatada de radioterapia conformada 3D no Brasil permitiu altas doses de radiação, com toxicidades retal e urinária aceitáveis. A existência de ressecção transuretral de próstata pré-radioterapia conformada 3D pode sinalizar maior risco de toxicidade urinária tardia grau 2-3 após irradiação. Restrição da dose Resumo em inglês OBJECTIVE: To report the outcomes of 3D conformal radiation therapy for prostate cancer in a single institution. MATERIALS AND METHODS: From July 1997 to January 2002, 285 consecutive patients with prostate cancer were submitted to 3D conformal radiation therapy receiving a median dose of 7,920 cGy to the prostate, and were retrospectively evaluated. The patients distribution according to the level of risk was the following: low risk - 95 (33.7%); intermediate risk - 66 ( (mais) 23.4%); high risk - 121 (42.9%) patients. RESULTS: Median follow-up of 53.6 months (3.6-95.3 months) demonstrated 85.1% actuarial five-year overall survival, 97.0% specific cause survival, 94.2% five-year distant metastasis-free survival, and 75.8% five-year biochemical recurrence-free survival. Rates of five-year actuarial survival free from late rectal and urinary toxicity were 96.4% and 91.1% respectively. Pre-3D conformal radiation therapy transurethral resection of the prostate and doses > 70 Gy in 30% of the bladder volume implied a higher grade 2-3 late urinary toxicity in five years (p = 0.0002 and p = 0.0264, respectively). CONCLUSION: The first experiment with 3D conformal radiation therapy reported in Brazil allowed high radiation doses with acceptable levels of urinary and rectal toxicity. Pre-3D conformal radiation therapy transurethral resection of prostate may determine a higher risk for post-irradiation grade 2-3 late urinary toxicity. At the tomography planning, the reduction of the radiation dose to

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Nível crítico de toxidez do ácido acético em culturas alternativas para solos de várzea/ Acetic acid critical level in alternative crops for wetland soils

Schmidt, Fabiana; Fortes, Magali de Ávila; Bortolon, Leandro; Bortolon, Elisandra Solange Oliveira; Sousa, Rogério Oliveira de
2010-05-01

Resumo em português A deficiente drenagem natural dos solos de várzea proporciona um ambiente anaeróbico, favorecendo a formação de substâncias tóxicas, como o ácido acético, que afeta o desempenho de espécies de sequeiro nesses ecossistemas. O presente estudo foi conduzido com os objetivos de avaliar os efeitos e estabelecer os níveis críticos de toxidez do ácido acético para culturas de sequeiro alternativas para solos de várzea, como o milho, a soja e o sorgo. Os tratamentos (mais) constaram de seis doses de ácido acético, entre zero e 8mM, para milho (Embrapa BRS 1001) e sorgo (BRS 307), e quatro doses entre zero e 4mM, para soja (Embrapa BRS 133), com seis repetições, em delineamento completamente casualizado. Os indicadores avaliados foram os parâmetros morfológicos do sistema radicular (comprimento, raio, área e massa seca relativas) e concentração de N, P, K, Ca e Mg e massa seca relativa da parte aérea das plantas. O ácido acético foi tóxico para as culturas do milho, da soja e do sorgo, causando reduções no comprimento, na área e na massa seca radicular e na massa seca e na concentração de N, P, K, Ca e Mg da parte aérea. As concentrações de ácido acético responsáveis pela inibição de 50% do comprimento radicular relativo foram de 2mM para a soja e 2,7mM para o milho e o sorgo. Resumo em inglês The poor drainage of wetland soils originates an anaerobic environment favoring the appearance of toxic substances, like acetic acid, which affects negatively the growth of dryland crops. The present work was carried out with the objective of evaluating the effects of acetic acid and establishing its threshold for alternative crops cultivated in wetland soils, such as maize, soybean and sorghum. Plants of maize (Embrapa BRS 1001) and sorghum (BRS 307) were exposed to six (mais) acetic acid levels, from zero to 8mM; whereas plants of soybean (Embrapa BRS 133) were exposed to four levels, from zero to 4mM. The experimental design used was completely randomized with six replications. Morphological parameters of plant root system (length, root radium, area and relative dry mass), relative shoot dry mass and N, P, K, Ca and Mg concentration in plant shoot were assessed. The acetic acid was toxic to maize, soybean and sorghum, being evidenced by decreases in the root length and dry mass, in the total plant dry mass and in the N, P, K, Ca and Mg contents in the plant shoot. The acetic acid concentrations responsible for decreasing 50% of the relative root length were 2mM for soybean and 2.7mM for maize and sorghum.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Disponibilização dos Nutrientes das Fezes de Bovinos em Pastejo para a Forragem/ Fecal Nutrients Liberation of Grazing Cattle to the Forage

Braz, Sérgio Pereira; Nascimento Junior, Domicio do; Cantarutti, Reinaldo Bertola; Regazzi, Adair José; Martins, Carlos Eugênio; Fonseca, Dilermando Miranda da
2002-07-01

Resumo em português Em local adjacente aos ensaios realizados por Braz et al. (2001) foi estabelecida outra área, com objetivo de avaliar a degradação das placas de fezes depositadas pelos bovinos e a influência dos nutrientes liberados na produção e nos teores de nutrientes da forragem. Foram coletadas 50 placas de fezes imediatamente após a excreção pelo animal e mantidas no campo sob incubação por períodos de 7, 14, 28, 56 e 112 dias. Foi verificada contínua e intensa variaç (mais) ão nos teores de potássio das placas, que passaram de 0,25 para 0,05% após os 112 dias; neste período, a liberação do nutriente da placa correspondeu a 90% da quantidade inicial. Os teores de FDA apresentaram, na primeira semana, redução de 50% do inicial, que provavelmente favoreceu a concentração das cinzas na placa, como observado. Não se observou variação dos teores de N e P, sendo que o desaparecimento ocorreu de forma restrita, apresentando a mesma tendência do desaparecimento de matéria seca, provavelmente em função da ação de agentes físicos, já que a atividade biológica nas placas foi baixa. Quanto à influência dos nutrientes liberados da placa na produção e teor de nutrientes da forragem, foram verificadas, após 112 dias de incubação, diferenças quanto à produção e aos teores de K na região central de avaliação, ou seja, num raio de até 25 cm do centro da placa, não foi verificada diferença quanto à produção ou aos teores dos nutrientes em outras regiões avaliadas. Resumo em inglês In an area adjacent to trials conducted by Braz et al. (2001) another area was fenced to evaluate the degradation of piles feces liberated by the cattle and the influence of nutrients liberated to the forage on the nutrients production and concentrations. Fifty piles feces were collected immediately after excretion by the animal and maintained in the field for periods of 7, 14, 28, 56 and 112 days of incubation. It was observed a continuous and high variation in the potas (mais) sium contents through feces, that ranged from .25 to .05% after 112 days, in this period, the pile nutrient liberation corresponded to 90% initial amount. ADF contents, in the first week, decreased 50% from the beginning, representing a later tendency for increase in the ADF fecal concentration, as previously observed. As for the concentrations of N and P, it was observed that liberation was restricted and correlated with the degradation of dry matter, probably as a function of low biological activity in the feces and of consequent liberation of these nutrients in the particulate form. Concerning the influence of liberated nutrients through the feces to the forage on the nutrient production and concentration, there was a high variation in K concentration and production only in the central region of evaluation after 112 days of incubation, i.e., in a radium of 25 cm from the pile center, there was no difference in the nutrients production and concentrations in the other evaluated regions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Comportamento do vírus da poliomilelite após irradiação ionizante/ Behaviour of poliomyelitis virus after ionizing radiation

Lacorte, J. Guilherme; Monteiro, Estácio; Loures, J. Carvalho
1971-01-01

Resumo em português Prosseguindo nas suas experiências referentes à ação dos Raios X e do Radium sôbre vírus, iniciadas em 1953, quando verificaram que o vírus da gripe submetido a doses não elevadas de Raios X mostra-se com poder patogênica aumentando para camundongos, os autores, nas pesquisas referidas no presente trabalho, submeteram o vírus da poliomielite, amostra MEF1 do tipo 2, à ação de Raios X em doses que que foram de 307r até 3.408.500 r. Empregaram-se 2.140 animais (mais) , nas experiências aqui relatadas, o que permitiu conclusões seguras. Os autores observaram irregularidade no comportamento do vírus da poliomielite submetido à ação dos Raios X, no sentido de aumentar-lhe o poder patogênico, em relação com o vírus testemunha, não irradiado. Assinalaram a observação que fizeram sôbre a resistência do vírus seguramente a 3.101.000 r o que julgaram de interêsse registrar. A resistência quase desaparece a 3.386.000 r. Após aplicação de 3.408.500 r o vírus tornou-se inativo. Resumo em inglês The authors refered in the present paper the experiments made with poliomyelitis virus, type 2, strain MEF1, after exposition to X Rays in the Carrel flask in a fluid layer of 0,1 ml of the vírus suspension. The titrations of the irradiated virus were made after the exposition of the virus suspension from 307 r to 3.408.500 r. The authors observed irregularity in the behaviour of the irradiated virus in comparison with the control. The virus was less active after exposit (mais) ion from 1.021.000 r to 3.386.000 r than the control but still pathogenic for mice. After exposition to 3.408.500 r the virus was inactivated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Ação do radium sôbre o vírus da poliomielite/ Radium effect upon the poliomyelitis virus

Lacorte, J. Guilherme; Monteiro, Estácio; Loures, J. Carvalho
1959-10-01

Resumo em português Em prosseguimento a trabalhos anteriores referentes à ação dos raios X e radium sôbre os vírus, especialmente o da gripe, verificaram os A.A. que o radium exerce, em certas doses, ação excitante sôbre o vírus da poliomielite, como acontecera com as doses fracas de raios X sôbre o vírus da gripe. As experiências que levaram a essas conclusões foram feitas ocm a aplicação de 4 mg de radim contidos em 4 tubinhos verificando-se que, após 127 e 159 dias o víru (mais) s testemunho tinha perdido tôda a atividade, que antes já se mostrara diminuida, ao passo que o submetido à ação do radium mostrou-se sempre mais ativo, assim se conservando integralmente após aquêlo prazo. Na prática, essa observação poderá conduzir a um meio destinado a aumentar a virulência do referido vírus. Resumo em inglês The authors refered the previous publication of the results obtained when the influenza virus in saline suspensios of mice lungs was irradiated with small doses of X rays. The irradiated vírus was more virulent for mice than the control one. The effect of the exposition to 1 mg of radium was not significant. In the present paper the authors refered the experiments made with the poliomyelits virus, MEF1 strain, after exposition to 1 needle of 1 mg of radium and to 4 tubes (mais) of 1 mg of radium. The virus suspension was put into the Carrel flask in a fluid layer of 0,1 cm. The titulations of the irradiated virus suspension activity were made in the first case (exposition to the radium needle) after 7, 13, 20 and 30 days and, in other experiments, after 90, 120, 150 and 182 days of exposition. The results were not statistically significant. In the second case (exposition to the 4 tubes of 1 mg of radium each), after 60 and 90 days of exposition showed more activity than was shown in the control. After 127 and 139 days the control suspension completely lost the activity and the irradiated virus maintained the same infective title. In conclusion, the poliomyelitis virus, MEF1 strain, after radium exposition, in the described experimental conditions, showed higher infective title than the control. This property can be used to increase the virulence of that virus and, possibly of other viruses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Ação do radium sôbre o vírus da Coriomeningite linfocitária benigna/ Radium effect upon the lymphocytic choriomeningitis virus

Lacorte, J. Guilherme; Monteiro, Estacio; Loures, J. Carvalho
1968-01-01

Resumo em português O presente trabalho faz parte de uma seqüência iniciada em 1953 com a verificação do efeito dos raios X sôbre o vírus da gripe em que observamos que os mesmos, em doses fracas, tem aumentado o seu poder patogênico para camundongos. Posteriormente, verificamos a ação do radium sôbre o vírus da gripe e da poliomielite. Neste último caso, o vírus irradiado mostrou-se ativo durante maior número de dias. Nas pesquisas aqui referidas, submetemos o vírus da coriom (mais) eningite linfocitária benigna a ação do radium, usando quatro agulhas de 1 mg desse elemento em dispositivo que idealizamos para êste fim. Depois de irradiada, foi a suspensão de vírus diluida a 10*-1, 10*-2 e 10*-3 para as inoculações em camundongos, juntamente com as diluições testemunhas. Observamos que o vírus resistiu pelo menos 264 dias, à temperatura de 4ºC. Quanto às alterações do poder patogênico provocadas pelo radium verificamos que o mesmo não se altera após 24 horas de irradiação. Diminue após 8 dias para aumentar, de modo seguro, após 20 e 33 dias. Iguala-se ao testemunha depois de 78 dias. Resumo em inglês In the present paper the authors refered the experiments made with the lymphocytic chriomeningitis virus. We strain, after exposition to 4 tubes of 1 mg of radium. The virus suspension was put into the Carrel flask in a layer of 0,1 cm. The titrations of the irradiated virus suspension were made after 24 hours, 8, 20, 33, 78, 85, 120, 264, 292, 387 and 535 days. the virus was still active after 264 days, not after 292 days. The virus irradiated during 24 hours presented t (mais) he same pathogenicity form mice than the control but after 8 days it was lesser and after 20 and 33 days it was enchanced (Graphic 10). After 78 days the pathogenic power was the same for the irradiated virus and the control.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)