Sample records for purines
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 13 shown.



1

Efeito do período de coleta de urina, dos níveis de concentrado e de fontes protéicas sobre a excreção de creatinina, de uréia e de derivados de purina e a produção microbiana em bovinos Nelore/ Effect of urinary collection days, concentrate levels and protein sources on creatinine, urea and purine derivatives excretions and microbial protein synthesis in Nellore cattle

Barbosa, Analívia Martins; Valadares, Rilene Ferreira Diniz; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Véras, Robson Magno Liberal; Leão, Maria Ignês; Detmann, Edenio; Paulino, Mário Fonseca; Marcondes, Marcos Inácio; Souza, Majorie Augusto de
2006-06-01

Resumo em português O efeito do período de coleta de urina sobre a excreção urinária de creatinina, uréia e derivados de purinas (DP), as purinas absorvidas e a produção de compostos nitrogenados microbianos (Nmic) foi avaliado em bovinos Nelore de quatro categorias: novilhas, machos castrados, machos não-castrados e vacas em lactação. A produção de Nmic obtida em amostras spot de urina foi comparada àquela obtida via coleta total. Dezesseis animais da raça Nelore mantidos em c (mais) onfinamento foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado em esquema de parcelas subdivididas, tendo nas parcelas os tratamentos em esquema fatorial 2 x 4 (dois níveis de concentrado, 25 ou 50%, e quatro categorias de bovinos, novilhas, machos castrados, machos não-castrados e vacas em lactação) e nas subparcelas os seis dias de coleta. Não houve interação entre níveis de concentrado, categorias de animal e dias de coleta para as variáveis avaliadas. O volume urinário não foi influenciado pelos níveis de concentrado e os dias de coleta, contudo, foi significativamente maior para as vacas. A excreção de creatinina não foi afetada pelos tratamentos e dias de coletas, observando-se média de 27,1 mg/kg0,75. As purinas absorvidas e a produção de Nmic também não foram influenciadas pelos tratamentos e os dias de coleta. A produção de Nmic, estimada pela amostra spot de urina, não diferiu daquela obtida pela coleta total, nem entre os níveis de concentrado ou entre as categorias de animal. Concluiu-se que o período de coleta de urina de 24 horas é suficiente para experimentos utilizando animais Nelore, independentemente de serem novilhas, machos castrados ou não-castrados ou vacas, e que a coleta de amostra spot de urina também pode ser usada para estimar a produção de Nmic. Resumo em inglês The effects of collection days on urinary excretion of creatinine and purine derivatives (PD), absorbed purines and microbial N synthesis (Nmic) were evaluated in different categories of Nellore cattle: heifers, steers, bulls and lactating cows. Yield of Nmic estimated from spot urine samples was compared to that obtained by total urine collection. Sixteen feedlot Nellore animals were assigned to a completely randomized design in a split plot scheme with treatments (two l (mais) evels of concentrate [25 or 50%] and four categories [heifers, steers, bulls and lactating cows] included in the plots (2 x 4 factorial arrangement) and collection days (six days) in the sub-plots. No significant interactions among concentrate levels, animal categories and collection days were observed. In addition, urinary volume was not affected by concentrate levels and collection days, although a significant effect was observed for cows. Neither treatments nor collection days significantly affected urinary excretion of creatinine that averaged 27.1 mg/kg0.75. Similar results were observed for absorbed purines and Nmic production. Production of Nmic estimated by spot urine sample did not differ from that obtained by total collection. The estimation of Nmic also was not affected by concentrate levels and animal category. It was concluded that 24-h urinary collection period is recommended for Nellore cattle and that was independent of animal category (heifers, steers, bulls and lactating cows). Therefore, spot urine samples can be used to estimate microbial protein synthesis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Substituição do milho e do feno de capim-tifton por palma forrageira. Produção de proteína microbiana e excreção de uréia e de derivados de purina em vacas lactantes/ Effects of replacing of corn and Tifton hay with forage cactus on microbial protein synthesis and nitrogen metabolism in lactating dairy cows

Oliveira, Veronaldo Souza de; Ferreira, Marcelo de Andrade; Guim, Adriana; Modesto, Elisa Cristina; Lima, Luiz Evandro; Silva, Fabiana Maria da
2007-08-01

Resumo em português O experimento foi conduzido com os objetivos de estimar a produção e a eficiência de síntese de proteína microbiana utilizando-se a excreção total de derivados de purinas (DP) e avaliar as concentrações de uréia na urina, de uréia e N-uréia no plasma e no leite de vacas holandesas em lactação alimentadas com dietas formuladas com diferentes níveis (0; 12,0; 25,0; 38,0 e 51,0%) de palma forrageira (Opuntia ficus indica Mill) em substituição total ao milho (mais) (Zea mays L.) e parcial ao feno de capim-tifton (Cynodon spp). Foram utilizadas cinco vacas holandesas distribuídas em um quadrado latino 5 x 5. Cada período experimental teve duração de 17 dias, dez para adaptação dos animais à dieta e sete para coleta de dados. O volume urinário foi estimado em amostras spot de urina obtidas 4 horas após a alimentação. O volume urinário (27,62 L), a excreção urinária de ácido úrico (35,78 mmol/dia), alantoína na urina (288,42 mmol/dia), alantoína no leite (18,11 mmol/dia) e alantoína total (306,54 mmol/dia), a excreção de derivados de purina total (342,33 mmol/dia) e de purinas absorvidas (350,03 mmol/dia), a síntese de proteína microbiana (1.376,07g/dia) e a eficiência da síntese de proteína microbiana (115,38 g/kgNDTconsumido) não foram afetados pela substituição do milho e do feno de tifton por palma na dieta. A excreção de uréia na urina (mg/kg PV) e as concentrações de uréia e N-uréia no plasma (mg/dL) decresceram de forma linear, enquanto a excreção e as concentrações de uréia e N-uréia no leite e de glicose plasmática não foram influenciadas pelos níveis de palma na dieta. O milho pode ser substituído integralmente e o feno, parcialmente, por palma forrageira em dietas para vacas holandesas em lactação, pois a substituição não afetou a produção de proteína microbiana ou as perdas do nitrogênio dietético pela excreção de uréia. Resumo em inglês The objective of this trial was to evaluate the effect of replacing Tifton hay and corn with forage cactus (Opuntia ficus indica Mill ) on microbial protein synthesis and efficiency and N metabolism in lactating Holstein cows. Diets contained (% of DM): 0, 12.0, 25.0, 38.0, or 51.0%) of forage cactus. Five Holstein cows were randomly assigned to treatments in a 5 x 5 Latin square design. Each experimental period lasted 17 days with 10 days for diet adaptation and seven da (mais) ys for data and sample collection. Urinary volume was estimated based on creatinine excretion in spot urine samples obtained four hours after feeding. Urinary volume (27.62 L), urinary excretion of uric acid (35.78 mmol/day) and allantoin (288.42 mmol/day), allantoin in milk (18.11 mmol/day), total allantoin (306.54 mmol/day), total excretion of purine derivatives (342.33 mmol/day), absorbed purines (350.03 mmol/day), microbial protein synthesis (1376.07g/day) and efficiency (115.38 g/kgNDT) were not affected by increasing the levels of forage cactus in the diet. The urinary excretion of urea (mg/kg BW) and the concentrations of urea and urea-N in plasma (mg/dL) decreased linearly while the concentrations of urea and urea-N in milk were not affected when the levels of forage cactus were increased in the diet. Corn can be completely replaced with forage cactus because microbial protein synthesis was not changed and urinary excretion of urea decreased linearly. However, Tifton hay was necessary in the diet to maintain microbial production.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Estimativa da produção microbiana em cabras lactantes alimentadas com diferentes teores de proteína na dieta/ Microbial protein synthesis in lactating goats fed diets with increasing levels of dietary protein

Fonseca, Carlos Elysio Moreira da; Valadares, Rilene Ferreira Diniz; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Leão, Maria Ignez; Cecon, Paulo Roberto; Rodrigues, Marcelo Teixeira; Pina, Douglas dos Santos; Marcondes, Marcos Inácio; Paixão, Mônica Lopes; Araújo, Alexandre Magno
2006-06-01

Resumo em português Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a produção microbiana em cabras alimentadas com diferentes teores de PB na dieta. Utilizaram-se 16 cabras lactantes distribuídas em quatro quadrados latinos 4 x 4, sendo um deles composto por cabras fistuladas alimentadas com diferentes teores de PB (11,5, 13,5, 15,5 e 17,5% PB na matéria seca) na dieta. Nas cabras fistuladas, realizaram-se coletas de digesta no rúmen e no omaso. Não foi constatada diferença ent (mais) re as técnicas de estimativa da produção microbiana. Assim, 12 cabras não fistuladas foram utilizadas para avaliação do efeito do teor de PB na dieta sobre a excreção de derivados de purinas, o fluxo de nitrogênio microbiano e a eficiência de síntese microbiana, obtidos a partir de coleta total e de amostras spot de urina. Para estimativa do volume urinário em amostras spot, utilizou-se a excreção média de creatinina na urina, que foi de 26,05 mg por kg de PV e não diferiu entre tratamentos. O volume urinário estimado com o uso de amostras spot foi similar ao observado com a coleta total. Em ambos os casos, houve aumento da quantidade de purinas absorvidas e do fluxo intestinal de nitrogênio microbiano com a elevação do teor de PB na dieta. Concluiu-se que a técnica dos derivados de purinas pode ser usada para estimativa da produção microbiana em caprinos e que o uso de amostras spot pode ser uma boa alternativa para se avaliar a produção microbiana em condições de campo. Resumo em inglês The objective of this trial was to study the effects of increasing dietary levels of crude protein (CP) on microbial protein synthesis of lactating dairy goats. The microbial markers purines bases and purine derivatives (PD), measured in spot urine samples or in urine samples from total collection, were used to estimate microbial protein synthesis. Sixteen lactating goats (four fitted with ruminal cannula) were randomly assigned to four replicated 4 x 4 Latin squares and (mais) were fed the following dietary CP levels [dry matter (DM) basis]: 11.5, 13.5, 15.5 or 17.5%. No significant differences were observed between techniques for estimating microbial protein synthesis. Therefore, 12 non-cannulated goats were used to evaluate the effect of dietary CP level on PD excretion, microbial nitrogen flow and microbial efficiency using either total or spot collection of urine. Because creatinine excretion did not differ among treatments, the average value 26.05 mg of urinary creatinine excreted per kg of body weight was used for estimating the volume of urine using spot samples. Urinary volume estimated using spot samples was similar to that measured with total urine collection. In both cases, an increase on the amount of absorbed purines was observed when the dietary CP level increased in the diet. In brief, PD can be used for estimating microbial protein synthesis in lactating goats and spot samples were a good alternative for total collection of urine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Farelo da vagem de algaroba em dietas para cabras lactantes: parâmetros ruminais e síntese de proteína microbiana/ Mesquite pod meal in diets of lactating goats: ruminal parameters and microbial efficiency synthesis

Argôlo, Lizziane da Silva; Pereira, Mara Lúcia Albuquerque; Dias, João Carlos Teixeira; Cruz, Jurandir Ferreira da; Del Rei, Antonio Jorge; Oliveira, Carlos Alberto Santana de
2010-03-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar os efeitos da adição de farelo da vagem de algaroba (0; 33,3; 66,7 e 100%) em substituição ao fubá de milho sobre a excreção de derivados de purina, estimada com coleta total de urina, e sobre os parâmetros ruminais (pH, amônia e ácidos graxos voláteis) de cabras em lactação. Utilizaram-se oito cabras adultas lactantes distribuídas em dois quadrados latinos 4 × 4 e alimentadas com dietas isoproteicas, compostas de 40% de silagem de capi (mais) m-elefante e 60% de concentrado. Não houve efeito significativo da adição de farelo da vagem de algaroba sobre os parâmetros ruminais. O pH manteve-se em faixa adequada, entre 6,85 e 7,03, e a concentração média de nitrogênio amoniacal ruminal foi de 6,97 mg de N/100 mL de fluido ruminal. As concentrações de acetato e propionato variaram de 9,47 a 10,54 e de 4,79 a 6,58 mM, respectivamente. As excreções (mmol/dia) de alantoína, ácido úrico, xantinahipoxantina, a quantidade (mmol/dia) de purinas absorvidas, o fluxo intestinal (g/dia) de nitrogênio microbiano e a eficiência de síntese microbiana (PM/kg NDT) apresentaram resposta linear negativa à substituição do fubá de milho pelo farelo da vagem de algaroba. A estimativa da síntese de proteína microbiana em cabras deve ser calculada pela excreção de derivados de purinas a partir de equações obtidas com caprinos. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the effect of adding mesquite pod meal (0, 33.3, 66.7 and 100%) to substitute corn meal on purin derivative the excretion, estimated by total urine collection, and on the ruminal parameters (pH, ammonia and volatile fatty acids). Eight lactating goats were used and distributed in a 4 × 4 Latin square and fed iso-protein diets consisting of 40% elephant grass silage and 60% concentrate. There was no significant effect from addin (mais) g mesquite pod meal on the ruminal parameters. The pH ranged from 6.85 to 7.03 and the ruminal ammonia concentration averaged 6.97 mg/100 mL. The acetate and propionate concentrations ranged from 9.47 to 10.54 and 4.79 to 6.58 mM, respectively. The excretion (mmol/day) of allantoin, uric acid and xanthine-hypoxanthine, the quantity of absorbed purines, the nitrogen microbial intestinal flow (g/day), microbial nitrogen synthesis (g/day) and efficiency of microbial protein synthesis efficiency, expressed in g of microbial crude protein/kg of the total digestible nutrients, presented linear negative response to corn replacement with mesquite pod meal. Microbial synthesis in goats must be estimated by the purine derivatives excretion using equations obtained from goats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Parâmetros fermentativos, produção de proteína microbiana, concentrações de ureia no leite e no plasma e balanço de nitrogênio de vacas alimentadas com silagem de milho ou cana-de-açúcar com caroço de algodão/ Fermentative parameters, microbial protein production, plasma and milk urea concentration and nitrogen balance of milking cows fed maize silage or sugarcane with whole cottonseed

Sousa, Daniel de Paula; Campos, José Maurício de Souza; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Valadares, Rilene Ferreira Diniz; Sediyama, Camilla Atsumi Zanuncio; Cruz, Júlio César Cardoso
2009-10-01

Resumo em português Doze vacas da raça Holandesa foram distribuídas em três quadrados latinos 4 × 4 com o objetivo de avaliar o pH, o N-amoniacal, a produção de proteína microbiana, o número de protozoários no rúmen, a concentração de N-ureia no plasma e no leite e balanço de nitrogênio. Os tratamentos consistiram de silagem de milho ou cana-de-açúcar contendo 0, 7 ou 14% de caroço de algodão. Não houve diferença no pH quando fornecida cana-de-açúcar, apesar da dimi (mais) nuição dos valores após o início da alimentação. Os valores de N-amoniacal mantiveram-se acima de 15 mg/dL, após 6 horas de alimentação, apenas quando fornecida silagem de milho e cana-de-açúcar com 7% de caroço de algodão. O maior consumo de MS e nutrientes obtido com a silagem de milho implicou em menor eficiência de uso do nitrogênio e maiores excreções de N-ureia na urina em relação às demais dietas (150,6 vs 96,0 mg/kg PV). O fornecimento de cana-de-açúcar com 7% de caroço de algodão promoveu maiores quantidades de purinas totais (PT), purinas absorvidas (PA), nitrogênio microbiano (207, 6 vs 185,2 g/dia) e melhor balanço de compostos nitrogenados (31,5 vs 15,5) em relação às demais dietas com cana-de-açúcar. O menor consumo de MS e extrato etéreo quando fornecida cana-de-açúcar sem caroço de algodão resultou em maior número de protozoários (129,4 vs 34,0 × 10³/mL), maior excreção urinária de nitrogênio e menor síntese de proteína microbiana em relação às demais dietas, o que indica falta de sincronização na degradação da energia e proteína na relação volumoso:concentrado proposta neste experimento. Resumo em inglês Twelve cows were allotted to three 4 × 4 Latin Squares to evaluate pH, ammonium nitrogen, microbial protein production, number of protozoa in the rumen, plasma and milk urea concentration and balance of nitrogen compounds. Treatments consisted of maize silage or sugarcane with whole cottonseed, at 0, 7 or 14%. There were no differences on pH between sugarcane treatments, despite the reduction of values after the beginning of feeding. Ammonium nitrogen values were kep (mais) t above 15 mg/dL after 6 hours of the beginning of feeding by maize silage and sugarcane with 7% whole cottonseed treatment. The higher DM and nutrients intake by maize silage treatment implied in less efficient use of nitrogen with higher urine N-urea excretion compared to other treatments (150.6 vs 96.0 mg/kg BW). Sugarcane with 7% whole cottonseed treatment obtained greater amounts of total purines (PT), absorbed purines (PA), microbial nitrogen (207,6 vs 185,2 g/d) and better balance of nitrogen compounds (31,5 vs 15,5) in relation to other sugarcane treatments. The lower DM and EE intake when supplied sugarcane without whole cottonseed resulted on high protozoa counts (129.4 vs 34.0 × 10³/mL), higher urine nitrogen excretion and lower microbial protein synthesis compared to other treatments, which indicates lack of energy and protein degradation synchronism, on forage:concentrate ratio proposed by this experiment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Revendo a orientação dietética na gota/ Diet orientation on gout revisited

Pinheiro, Geraldo da Rocha Castelar
2008-06-01

Resumo em português A gota é uma condição médica comum, sendo a principal causa de artropatia inflamatória na população masculina adulta. Os principais fatores envolvidos no aumento da prevalência dessa enfermidade, observados nas duas últimas décadas, incluem aumento da longevidade, uso de diuréticos e aspirina em dose baixa, insuficiência renal crônica, hipertensão arterial sistêmica, obesidade e síndrome metabólica. Entre as causas de hiperuricemia observadas nos paciente (mais) s com gota, está a ingestão dietética de purinas. A associação entre dieta hiperprotéica e alimentos ricos em purina e consumo de bebidas alcoólicas com hiperuricemia e gota carecia, até bem pouco tempo, de documentação científica adequada. Com base nos últimos trabalhos sobre o tema, publicados na literatura, este artigo faz uma atualização a respeito da orientação dietética mais adequada para os pacientes de gota. Resumo em inglês Gout is a common medical condition, being the main cause of inflammatory arthropathy in adult men. The main factors involved in the increased prevalence of this disease, observed in the two last decades, include: use of diuretics and low dose aspirin, chronic renal insufficiency, hypertension, obesity, and metabolic syndrome. Among the causes of hyperuricemia seen in patients with gout is the dietary ingestion of purines. The association between a high-protein diet, purin (mais) e-rich foods, and alcoholic beverages with hyperuricemia and gout, until very recently, lack adequate scientific documentation. Based on the most recently publications on this subject, the present article brings an actualization about the most adequate dietary orientation for patients with gout.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Uréia para Vacas em Lactação: 2. Estimativas do Volume Urinário, da Produção Microbiana e da Excreção de Uréia/ Urea for Dairy Cows: 2. Estimates of Urinary Volume, Microbial Production and Urea Excretion

Silva, Rosângela Maria Nunes da; Valadares, Rilene Ferreira Diniz; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Cecon, Paulo Roberto; Rennó, Luciana Navajas; Silva, Juliana Munique da
2001-12-01

Resumo em português Esta pesquisa foi desenvolvida, utilizando 15 vacas lactantes (Holandês x Gir) alimentadas à vontade com rações isoprotéicas constituídas de 60% de silagem e 40% de concentrado na matéria seca (MS) e 0; 0,7; 1,4; e 2,1% de uréia, correspondentes aos teores de 2,08; 4,01; 5,76; e 8,07% de proteína bruta na forma de compostos nitrogenados não-protéicos (NNP), com os objetivos de desenvolver metodologia não-invasiva, para estimar a produção de proteína microbi (mais) ana, utilizando-se a excreção total de derivados de purinas (DP); avaliar as concentrações de creatinina, uréia e N-uréia no plasma e no leite; e comparar as excreções de DP e uréia obtidas a partir de coletas de urina total e spot. Os animais tinham peso vivo médio inicial de 511,8 kg e foram distribuídos ao acaso entre tratamentos. O período experimental teve duração de 90 dias para cada vaca, iniciando-se imediatamente após o parto. Os resultados obtidos foram avaliados estatisticamente por análises de variância e de regressão. As amostras de urina foram obtidas a partir de coletas com 24 horas de duração ou a partir de amostra de urina obtida aproximadamente 4 horas após a alimentação (urina spot), enquanto as de sangue foram obtidas 4 horas após o fornecimento do alimento. As concentrações de uréia e N-uréia no plasma e leite, assim como a excreção de creatinina, que apresentou valor médio de 23,60 mg/kg PV, não foram afetadas pela adição de quantidades crescentes de NNP à ração. As excreções urinárias de uréia, alantoína, ácido úrico e DP, as purinas absorvidas e a produção de N microbiano não foram influenciadas pela dieta. As excreções diárias estimadas de uréia, alantoína e ácido úrico seguiram o mesmo padrão obtido pela coleta de 24 horas de duração. Amostra spot de urina foi capaz de estimar satisfatoriamente a excreção de DP e, subseqüentemente, a produção de N microbiano. Resumo em inglês This research was carried out, using 15 dairy cows (Holstein x Gyr) full fed isoproteic diets with 60% silage and 40% concentrate in the dry matter (DM) basis and 0, 0.7, 1.4, and 2.1% urea correspondent to 2.08, 4.01, 5.76, and 8.07% of crude protein levels in the form of non protein nitrogen compounds (NNP), with the objectives to a non invasive methodology, to estimate the microbial protein production, using the total excretion of purine derivatives (PD); to evaluate t (mais) he concentrations of creatinine, urea and N-urea in the plasma and in the milk; and to compare the PD and urea excretions obtained from total urine and spot collections. The animals averaging initial live weight of 511.8 kg were randomized allotted to the treatments. The experimental period last 90 days for each cow, starting immediately after calving. The results were interpreted by variance and regression analyses. The urine samples were obtained from 24-h collections or from urine sample obtained, approximately, four hours post feeding (spot urine), while the blood samples were obtained four hours post feeding offer. The urea and N-urea concentrations in the plasma and in the milk, as well as the creatinine excretion, that showed average value of 23.60 mg/kg LW, were not affected by the addition of increasing NNP levels to the diet. The urinary excretions of urea, allantoin, uric acid and PD, the absorbed purines and the microbial N production were not influenced by dietary NNP levels. The daily estimated excretions of urea, allantoin and uric acid followed the same pattern obtained by the 24-h collection. Urine spot sample was satisfactory to estimate the PP excretion and, subsequently, the microbial N production.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Dermatose responsiva à biotina em cão/ Dermatosis responsive to Biotin in a dog

Nogueira, Sandra Prudente; Brunetto, Márcio Antonio; Jeremias, Juliana Toloi; Gomes, Márcia de Oliveira Sampaio; Teshima, Eliana; Carciofi, Aulus Cavalieri
2010-03-01

Resumo em português Os transtornos da pele e dos pelos são parte importante na prática clínica de pequenos animais. Numerosos fatores nutricionais afetam a homeostase, a qualidade e o aspecto da pelagem. As vitaminas do complexo B incluem compostos hidrossolúveis necessários como coenzimas em diversas funções celulares envolvidas no metabolismo energético e na síntese tecidual. A biotina, em especial, é necessária nas reações de carboxilação, participando da síntese de ácido (mais) s graxos, aminoácidos e purinas pelo tecido epitelial. Uma cadela com quadro de cistite recorrente e tumor venéreo transmissível foi tratada com antibioticoterapia prolongada e quimioterapia. Após alguns meses de tratamento, foram observadas lesões no plano nasal e nos coxins plantar e palmar, caracterizadas por hiperceratose, espessamento, fissuras, sangramento e inflamação. O paciente recebeu suplementação de 15mg de biotina por via oral (equivalente a 1,4mg kg-1 de peso corporal), uma vez por dia, durante 60 dias, havendo importante regressão das lesões. Sugere-se que, sob antibioticoterapia e doença, a síntese intestinal de biotina possa não ter sido suficiente, sendo necessária sua suplementação. Resumo em inglês Skin and hair diseases are an important part in small animal's clinical practice. Many nutritional factors can affect the quality and the aspect of the coat. B complex vitamins are water-soluble compounds used as coenzymes in several cellular functions that are involved in energy metabolism and tissue synthesis. Biotin, in particular, is necessary for carboxylation reactions, fatty acids synthesis, and incorporation of essential amino acids and purines in the epithelial t (mais) issue. A female canine with recurrent cystitis and sticker tumor was treated chemotherapy and prolonged antibiotic therapy. After a few months of medications, lesions were observed in nasal plan and palmar and plantar pads, characterized by hyperkeratosis, skin thickness, bleeding fissures, and inflammation. The patient was treated with 15mg of oral biotin supplementation (1.4mg kg-1 of body weight) once a day, for 60 days, with significant regression of skin lesions at the end of this period. These findings suggest that in certain diseases and particularly in prolonged antibiotics therapy, intestinal biotin synthesis may not be adequate, demanding oral supplementation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Identificação de espécies da família Asteraceae, revisão sobre usos e triagem fitoquímica do gênero Eremanthus da Reserva Boqueirão, Ingaí-MG/ Asteraceae species identification, use revision and phytochemical screening of Eremanthus genus in Boqueirão Ecological Reserve, Ingaí - Minas Gerais State, Brazil

Ribeiro, A.O.; Silva, A.F.; Castro, A.H.F.
2010-12-01

Resumo em português Com o objetivo de identificar espécies da família Asteraceae, revisar seus usos e realizar triagem fitoquímica preliminar do gênero Eremanthus procederam-se coletas botânicas semanais de espécimes na Reserva Boqueirão, localizada em Ingaí, Minas Gerais. As amostras foram herborizadas e identificadas utilizando-se bibliografia especializada e comparação com espécimes disponíveis no Herbário ESAL, da Universidade Federal de Lavras. A revisão dos usos foi feita (mais) através de consulta a obras clássicas e artigos científicos contendo relatos sobre levantamentos etnobotânicos realizados na área de estudo. Para triagem fitoquímica empregaram-se reagentes específicos para cada grupo de metabólito. Foram levantadas 102 espécies da família Asteraceae, sendo 32 delas úteis para o homem. A triagem fitoquímica dos extratos hidroalcoólicos indicaram a presença de açúcares redutores, carboidratos, aminoácidos, taninos, flavonóides, glicosídeos cardiotônicos, carotenóides, esteróides e triterpenóides, depsídeos e depsidonas, derivados de cumarina, saponinas espumídicas, alcalóides, purinas, polissacarídeos e antraquinonas. Não foram detectados ácidos orgânicos, catequinas, lactonas sesquiterpênicas e azulenos. Resumo em inglês To identify Asteraceae species, review the utilization and perform a preliminary phytochemical screening of some species of Eremanthus genus, plants were weekly collected in Boqueirão Ecological Reserve, located in Ingaí, Minas Gerais State, Brazil. The samples were herborized and identified by using a specialized bibliography and comparison with the species available in the Herbarium ESAL of the Federal University of Lavras. The utilization review was carried out by me (mais) ans of bibliographical research and ethnobotanical surveys in the sampling area. Specific reagents for each group of compounds were used for phytochemical screening. From the 102 Asteraceae species investigated, 32 were reported to be of use to humans. The phytochemical screening of the hydroalcoholic extracts indicated the presence of reducing sugars, carbohydrates, amino acids, tannins, flavonoids, glycosides cardiotonics, carotenoids, steroids and triterpenoids, depsides and depsidones, coumarin derivatives, soapy saponins, alkaloids, purines, polysaccharides and anthraquinones. On the other hand, organic acids, catechins, sesquiterpene lactones and azulenes were not detected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Teores de proteína bruta para bovinos alimentados com feno de capim-tifton 85: parâmetros ruminais, eficiência de síntese microbiana e degradabilidade in situ/ Effects of crude protein levels on microbial efficiency and in situ degradability in steers fed Tifton 85 bermudagrass hay supplemented with different protein sources

Silva, Edilane Aparecida da; Berchielli, Telma Teresinha; Reis, Ricardo Andrade; Pires, Alexandre Vaz; Sato, Kátia Junko; Paes, José Mauro Valente; Lopes, André Dias
2007-02-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito da deficiência de PB na dieta sobre a eficiência de síntese microbiana e a degradabilidade in situ da MS e FDN em novilhos mestiços. Os tratamentos consistiram de dietas compostas de feno de tifton 85 (FN) suplementadas com uréia (FNUR), farelo de soja (FNFS) e farelo de glúten de milho- 60 (FNGL). Foram utilizados oito novilhos canulados no rúmen e no duodeno, distribuídos em dois quadrados latinos 4 x 4. O pH e a concentração de nitrogênio (mais) não-amoniacal (N-NH3) foram mensurados no fluido ruminal antes e 2, 4, 6 e 8 horas após o fornecimento da ração, utilizando-se a fibra em detergente ácido indigestível (FDAi) como indicador do fluxo duodenal. A eficiência microbiana foi determinada por meio das bases purinas. Em todas as dietas, o pH e a concentração de N-NH3 foram adequados para o crescimento dos microrganismos ruminais. Não houve efeito da deficiência de PB na dieta sobre a ingestão de MS, a eficiência de síntese microbiana e a cinética de degradação da MS e FDN do feno de tifton 85. O teor de PB das dietas não alterou o crescimento microbiano, a eficiência de síntese microbiana e a cinética de degradação ruminal. Resumo em inglês Eight crossbred steers fitted with ruminal and duodenal cannulas were randomly assigned to two replicated 4 x 4 Latin squares to evaluate the effects of crude protein (CP) levels on microbial protein synthesis efficiency and in situ degradability of nutrients. Animals received a control diet containing Tifton 85 bermudagrass hay or the control diet supplemented with urea, soybean meal or corn gluten meal-60. Ruminal pH and concentration of ruminal ammonia (NH3-N) were det (mais) ermined in the ruminal fluid at 0 (pre-feeding), 2, 4, 6 and 8 hours after feeding. Indigestible acid detergent fiber was used as the internal marker for measuring duodenal flow of nutrients while total purines were used as the direct microbial marker to measure microbial protein synthesis and microbial efficiency. Ruminal pH and NH3-N were within expected ranges indicating a stable ruminal environment. There were no effects of different dietary CP levels on intakes of DM and N as well as on microbial efficiency and degradability kinetics of DM and NDF. It can be concluded that different CP levels had no effect on microbial protein synthesis and efficiency and kinetics of ruminal degradability.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Eficiência microbiana e parâmetros ruminais em bovinos alimentados com dietas à base de volumosos tropicais/ Microbial efficiency and ruminal parameters in cattle fed diets based on tropical forage

Cabral, Luciano da Silva; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Detmann, Edenio; Zervoudakis, Joanis Tilemahos; Souza, Alexandre Lima de; Veloso, Rafael Gonçalves
2008-05-01

Resumo em português Objetivou-se com este trabalho determinar o fluxo de compostos nitrogenados no abomaso, a degradação ruminal dos carboidratos totais e da matéria orgânica, a eficiência microbiana, a concentração de N-NH3 e o pH ruminal em bovinos alimentados com dietas à base de silagem de milho, silagem de capim-elefante ou feno de capim-tifton 85. Foram utilizados seis bovinos fistulados no rúmen e abomaso em um delineamento quadrado latino 3 × 3 duplo. Os fluxos de matéria (mais) seca da digesta e da matéria seca microbiana no abomaso foram determinados a partir da utilização de fibra em detergente neutro indigestível e das bases purinas como indicador microbiano, respectivamente. As concentrações de NH3 e o pH ruminal foram determinados antes e 2, 4 e 8 horas após a alimentação. As dietas à base de silagem de milho e de feno de capim-tifton 85 proporcionaram os maiores fluxos de compostos nitrogenados no abomaso. As bactérias isoladas do rúmen apresentaram em média 8,89% de N total e 18,40 para a relação N-RNA:N-total. A dieta à base de silagem de milho promoveu maior degradação ruminal da matéria orgânica (2,96 kg/dia) e dos carboidratos totais (3,07 kg/dia) e maior fluxo de massa microbiana para o abomaso (788,28 g/dia). As dietas à base de feno de capim-tifton 85 e de silagem de capim-elefante resultaram em maior eficiência microbiana, cujos valores foram 28,10 e 30,39 g de N microbiano/kg de carboidratos degradados no rúmen. As menores concentrações de NH3 e pH ruminal, considerando o tempo após a alimentação, ocorreram quando fornecida a dieta à base de silagem de milho, o que possivelmente afetou negativamente a eficiência microbiana. Resumo em inglês The objectives of the present work were to determine nitrogen compounds flow into the abomasum, total carbohydrate and organic matter ruminal degradation, microbial efficiency, N-NH3 concentration and ruminal pH in cattle fed with diets based on corn silage, elephant grass silage and Tifton-85 bermudagrass hay. Six ruminal and abomasal fistulated cattle were utilized in a double 3 × 3 latin square. Abomasal digesta dry matter of and microbial dry matter flows were determ (mais) ined by use of indigestible neutral detergent fiber and base purines as microbial marker, respectively. The N-NH3 concentration and ruminal pH were determined before and 2, 4 and 8 hours after feeding. The diets based on corn silage and Tifton-85 bermudagrass hay provided higher nitrogen compounds flow into abomasum. Isolated bacteria from rumen averaged 8.89% of total N and had an N-RNA:N-total ration of 18.40. The corn silage diet provided higher ruminal degradation of organic matter (2.96 kg/day) and of total carbohydrates (3.07 kg/day) and higher microbial matter flow to the abomasum (788.28 g/day). The Tifton-85 bermudagrass hay and elephant grass silage diets had the greatest microbial efficiencies, which values were 28.10 and 30.39 g of microbial N/kg of rumen degradable carbohydrates. The corn silage diet showed lower N-NH3 concentration and ruminal pH after feeding, possibly indicating reduction of microbial efficiency.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Eficiência microbiana, fluxo de compostos nitrogenados no abomaso, amônia e pH ruminais, em bovinos recebendo dietas contendo feno de capim-tifton 85 de diferentes idades de rebrota/ Microbial efficiency, abomasal nitrogen compounds flow, ruminal ammonia and ruminal pH in cattle fed diets containing tifton 85 bermudagrass hays at different regrowth ages

Ribeiro, Karina Guimarães; Garcia, Rasmo; Pereira, Odilon Gomes; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Cecon, Paulo Roberto
2001-04-01

Resumo em português Avaliaram-se a eficiência de síntese microbiana, o fluxo de compostos nitrogenados no abomaso, o balanço de compostos nitrogenados, a taxa de passagem da digesta ruminal, a concentração de amônia e o pH ruminais, em bovinos recebendo rações contendo feno de capim-tifton 85 de diferentes idades de rebrota. Utilizaram-se quatro animais zebu, com peso médio de 340 kg, fistulados no rúmen e abomaso, distribuídos em um delineamento em quadrado latino 4 x 4. Todas as (mais) rações continham 60% de volumoso e 40% de concentrado. O volumoso foi constituído de feno de capim-tifton 85 de 28, 35, 42 e 56 dias de idade e o concentrado continha fubá de milho e mistura mineral. Os microorganismos ruminais foram quantificados utilizando-se as bases purinas como indicador. O pH e N-amoniacal foram mensurados, no fluido ruminal, antes e 2; 4 e 6 horas após o fornecimento da ração. A taxa de passagem foi determinada pelo modelo unicompartimental, utilizando-se o óxido crômico como indicador. As eficiências de síntese microbiana não foram influenciadas pela idade do feno na ração, apresentando valores médios de 31,32 g Nbact/kg MODR; 30,74 g Nbact/kg CHODR; 337,4 g MSbact/kg CHODR; e 12,5 g PBbact/100 g NDT. Estimaram-se máximos fluxos de compostos nitrogenados totais, amoniacais e não-amoniacais, de 119,0; 9,76; e 109,6 g/dia, com a inclusão de feno com 39,7; 37,6; e 39,9 dias de idade, respectivamente, e fluxo de compostos nitrogenados bacterianos de 80,54 g/dia, em média. O balanço de nitrogênio, a taxa de passagem, as concentrações de amônia e o pH ruminais também não foram influenciados pela idade do feno na ração, encontrando-se valores de 30,67 g/dia; 3,2%/h; 9,7 mg/100mL (máximo às 1,38h) e 6,08 (mínimo às 6,64h), respectivamente. Resumo em inglês The microbial efficiency synthesis, the abomasum nitrogen compounds flow, the nitrogen compounds balance, the passage rate of ruminal digest, the ruminal ammonia concentration and ruminal pH in cattle fed diets containing Tifton 85 bermudagrass hay with different regrowth ages were evaluated. Four rumen and abomasum fistulated zebu cattle with average 340 kg LW were allotted in a 4x4 Latin square. All diets contained 60:40 forage to concentrate ratio. The forage was consi (mais) sted in Tifton 85 bermudagrass hay with 28, 35, 42 and 56 days of age, and the concentrate contained corn meal and mineral mix. The amount of microorganisms was determined using purines as a marker. The pH and N-ammonia were determined in the ruminal fluid before and 2, 4 and 6 hours after feeding. The passage rate was determined by unicompartimental model using the chromic oxide as a marker. The microbial efficiency synthesis was not affected by the age of the hay in the diet, presenting mean values of 31.32 g Nbact/kg RDOM, 30.74 g Nbact/kg RDCHO, 33.74 g DMbact/kg RDCHO and 12.5 g CPbact/100 g TDN. The maximum estimates of total nitrogen compound flows, ammonia and non ammonia were 119.0, 9.76 and 109.6 g/day, with the inclusion of hay with 39.7; 37.6 and 39.9 days of regrowth age, respectively and the bacterial nitrogen compounds flow of 80.54 an average. Nitrogen balance, passage rate, ruminal ammonia concentration and ruminal pH also were not affected by the age of the hay, with values of 30.67 g/day, 3.2%/h, 9.7 mg/100mL (maximum at 1.38h) and 6.08 (minimum at 6.64 h), respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Síntese microbiana, pH e concentração de amônia ruminal e balanço de compostos nitrogenados, em novilhos F1 Limousin x Nelore/ Microbial synthesis, pH and ruminal ammonia concentration and nitrogenous compounds balance, in F1 Limousin x Nellore bulls

Cardoso, Rodrigo Carvalho; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Silva, José Fernando Coelho da; Paulino, Mário Fonseca; Valadares, Rilene Ferreira Diniz; Cecon, Paulo Roberto; Costa, Marco Antônio Lana; Oliveira, Rodrigo Vidal de
2000-12-01

Resumo em português Os objetivos do experimento foram determinar os efeitos de cinco níveis de concentrados na dieta sobre a eficiência de síntese microbiana, as concentrações de amônia e os valores de pH ruminal, o balanço de compostos nitrogenados e a taxa de passagem da digesta pelo rúmen de novilhos F1 Limousin x Nelore. Utilizaram-se cinco animais fistulados no rúmen, abomaso e íleo, com peso médio de 279 kg, distribuídos em quadrado latino 5 x 5, alimentados à vontade com (mais) feno de capim-coastcross e porcentagens de 25,0; 37,5; 50,0; 62,5; e 75,0% de concentrado. Amostras de líquido de rúmen para determinação de amônia e pH foram obtidas antes e 2, 4, 6 e 8 horas após o arraçoamento dos animais. As bases purinas foram o indicador microbiano utilizado e as bactérias do rúmen foram isoladas por centrifugação diferencial. A taxa de passagem foi obtida com infusão de dose única de 20 g de óxido crômico e os tempos avaliados foram imediatamente antes da infusão do indicador e 3, 6, 9, 12, 24, 36 e 48 horas após. O fluxo de nitrogênio bacteriano (Nbact) no abomaso e a eficiência microbiana em relação aos carboidratos degradados no rúmen (CHODR) não foram influenciados pelos níveis de concentrado, observando-se valores médios de 85,69 g Nbact/dia, 41,09 g Nbact/kgCHODR e 472,44 g MSbact/kgCHODR. As concentrações máximas de amônia de 17,56 mg/100mL de fluido ruminal ocorreram 2,77 horas após a alimentação. O pH do rúmen diminuiu linearmente com os níveis de concentrados e foi influenciado de forma quadrática pelo tempo de coleta. Foram observadas taxas de passagem da digesta ruminal de 0,059; 0,053; 0,073; 0,068; e 0,041.h-1, para os respectivos níveis de 25,0; 37,5; 50,0; 62,5; e 75,0% de concentrado. O aumento do concentrado na dieta não alterou o crescimento microbiano no rúmen. Resumo em inglês The objectives of this work were to evaluate the effects of five dietary concentrate levels (25,0; 37,5; 50,0; 62,5 and 75,0%) on the efficiency of microbial synthesis, the ruminal ammonia concentrations and pH, nitrogenous compounds balance, and the digest passage rate. Five rumen, abomasum and ileum fistulated F1 Limousin x Nellore bulls, with an average initial body weight of 279 kg, were used in a 5 x 5 Latin square design. Ruminal liquid samples were obtained before (mais) and 2; 4; 6 and 8 hours after feeding to determine the ammonia and pH of the rumen. The bases purines were used as microbial indicator, and ruminal bacteria were isolated by differential centrifugation. The passage rate was obtained by infusion of an unique chromium oxide dose of 20 g and the times were evaluated before and 3; 6; 9; 12; 24; 36 and 48 hours after the indicator infusion. The abomasum Nbact flow and the microbial efficiency in relation to the degradable carbohydrates in the rumen (CHODR) were not influenced by the dietary concentrate levels, with average values of 85,69 g Nbact/day, 41,09 g Nbact/kgCHODR and 472,44 g DMbact/kgCHODR. The maximum ammonia concentration of 17,56 mg/100mL of ruminal fluid was observed 2,77 hours after feeding. Ruminal pH linearly decreased as the concentrate level increased and was in a quadratic way influenced by the collection time. Ruminal digesta passage rate of 0,059; 0,053; 0,073; 0,068 and 0,041.h-1, for the respective levels of 25,0; 37,5; 50,0; 62,5 and 75,0% of concentrate levels were observed. The increasing dietary concentrate did not change the microbial growth in the rumen.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)