Sample records for psychotropic drugs
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Uso de drogas psicotrópicas no Brasil: pesquisa domiciliar envolvendo as 107 maiores cidades do país - 2001/ Use of psychotropic drugs in Brazil: household survey in the 107 biggest Brazilian cities - 2001/ Uso de drogas psicotrópicas en Brasil: investigación domiciliaria en las 107 mayores ciudades del país - 2001

Galduróz, José Carlos F.; Noto, Ana Regina; Nappo, Solange A.; Carlini, E.A.
2005-10-01

Resumo em português O objetivo foi estimar a prevalência do uso de drogas, álcool, tabaco e o uso não médico de medicamentos psicotrópicos. Este estudo abrangeu as 107 maiores cidades do Brasil; amostra: idades entre 12 e 65 anos. Amostragem em três estágios; setores censitários; domicílios e o respondente. Entrevistadas 8.589 pessoas. O uso na vida de álcool com 68,7% foi próximo aos 70,8% do Chile. O uso na vida de tabaco foi de 41,1%, inferior aos EUA (70,5%). O uso na vida de (mais) maconha foi de 6,9% próximo ao da Colômbia (5,4%) e abaixo dos EUA (34,2%). O uso na vida de cocaína foi 2,3%, inferior aos EUA (11,2%). O uso de solventes foi de 5,8%, bem menor que no Reino Unido (20,0%). Os estimulantes tiveram 1,5% de uso na vida e os benzodiazepínicos com 3,3%. Estes achados permitirão a implantação de políticas públicas adequadas à nossa realidade no campo das drogas psicotrópicas. Resumo em espanhol El objetivo deste estudio és hacer estimativa del predominio del uso de las drogas, alcohol, tabaco y del uso no medico de las medicaciones psicotropicas. En el estudio he incluyedo las 107 mayores ciudades del Brasil. Muestra: personas con edades comprendidas entre 12 y 65 años. La muestra es compuesta por tres periodos: sectores del impuesto, domicilios y el respondedor. Fueran entrevistadas 8.589 personas. El uso en la vida del alcohol - 68.7% contra cerca de 70,8% e (mais) n Chile. El uso en la vida del tabaco fue 41.1%, inferior a los EE.UU. (70.5%). El uso en la vida de la marijuana fue 6.9%, cerca del uso en Colombia (5.4%) y abajo del uso en los EE.UU. (34.2%). El uso en la vida de la cocaína fue 2,3%, abajo de los EE.UU. (11.2%). El uso del solvente fue 5.8%, mucho menos que en el Reino Unido (20.0%). Los estimulantes habían tenido 1,5% del uso en la vida y los ansioliticos con 3.3%. Estos resultados permitirán la implantación de una política pública ajustada a nuestra realidad en el campo de drogas psicotrópicas. Resumo em inglês The objective was to estimate the prevalence of the use of drugs, alcohol, tobacco and the use of non-medical psychotropics. This study enclosed the 107 biggest cities in Brazil; sample: ages between 12 and 65 years. Sampling in three periods: tax sectors; household and the respondent. Were interviewed 8,589 people. The lifetime use of the alcohol was 68.7%, closer to 70.8% in Chile. The lifetime use of the tobacco was of 41.1%, lower than U.S.A. (70.5%). The lifetime use (mais) of the marijuana was of 6.9% closer to Colombia (5.4%) and lower than U.S.A. (34.2%). The lifetime use of the cocaine was 2.3%, lower than U.S.A. (11.2%). The lifetime use of solvent was of 5.8%, much lower than the United Kingdom (20.0%). The stimulants have had 1.5% of lifetime use and the anxiolytics with 3.3%. These findings will allow the implantation of adjusted public politics to our reality in the field of the psychotropics drugs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

O uso de drogas psicotrópicas e a prevenção no Brasil/ Use and prevention of psychotropic drugs in Brazil

Noto, Ana Regina; Galduróz, José Carlos F.
1999-01-01

Resumo em português Embora o contexto relacionado ao consumo de drogas psicotrópicas no Brasil ainda seja pouco conhecido, os estudos disponíveis apontam que o álcool, o tabaco e alguns medicamentos psicotrópicos são as drogas mais consumidas e responsáveis pelos maiores índices de problemas para a nossa população. No entanto, é inegável o crescente consumo de cocaína ao longo dos últimos anos, bem como o aumento de uma série de problemas daí decorrentes, incluindo a violênci (mais) a. No que diz respeito às possíveis intervenções nesse cenário, embora o enfoque repressivo tenha recebido destaque nas últimas décadas, estudos têm apontado as limitações desse tipo de intervenção, enfatizando a necessidade de medidas preventivas complementares. No presente artigo são apresentados os diferentes níveis de prevenção ao uso de drogas psicotrópicas, sendo comentados os principais enfoques utilizados e como os mesmos vêm sendo implementados no Brasil. Resumo em inglês Even though the context related to the use of psychotropic drugs in Brazil is still somewhat unknown, available studies point to alcohol, tobacco and some psychotropic medications as the most used drugs and as responsible for the highest indexes of problems in our population. However, the increasing consumption of cocaine over the years is unquestionable, as well as the increase of a series of associated problems, including violence. As far as possible interventions in th (mais) is scenario are concerned, the need for complementary preventive measures has been stressed. Although the repressive approach has been highlighted in the last decades, studies have pointed out to the limitations of this kind of intervention. The different levels of psychotropic drugs use prevention are presented in this study, along with comments on the main approaches used and how they have been implemented in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

O uso de drogas psicotrópicas e a prevenção no Brasil/ Use and prevention of psychotropic drugs in Brazil

Noto, Ana Regina; Galduróz, José Carlos F.
1999-01-01

Resumo em português Embora o contexto relacionado ao consumo de drogas psicotrópicas no Brasil ainda seja pouco conhecido, os estudos disponíveis apontam que o álcool, o tabaco e alguns medicamentos psicotrópicos são as drogas mais consumidas e responsáveis pelos maiores índices de problemas para a nossa população. No entanto, é inegável o crescente consumo de cocaína ao longo dos últimos anos, bem como o aumento de uma série de problemas daí decorrentes, incluindo a violênci (mais) a. No que diz respeito às possíveis intervenções nesse cenário, embora o enfoque repressivo tenha recebido destaque nas últimas décadas, estudos têm apontado as limitações desse tipo de intervenção, enfatizando a necessidade de medidas preventivas complementares. No presente artigo são apresentados os diferentes níveis de prevenção ao uso de drogas psicotrópicas, sendo comentados os principais enfoques utilizados e como os mesmos vêm sendo implementados no Brasil. Resumo em inglês Even though the context related to the use of psychotropic drugs in Brazil is still somewhat unknown, available studies point to alcohol, tobacco and some psychotropic medications as the most used drugs and as responsible for the highest indexes of problems in our population. However, the increasing consumption of cocaine over the years is unquestionable, as well as the increase of a series of associated problems, including violence. As far as possible interventions in th (mais) is scenario are concerned, the need for complementary preventive measures has been stressed. Although the repressive approach has been highlighted in the last decades, studies have pointed out to the limitations of this kind of intervention. The different levels of psychotropic drugs use prevention are presented in this study, along with comments on the main approaches used and how they have been implemented in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Conhecimento dos estudantes de enfermagem em relação às drogas psicotrópicas/ Knowledge of nursing students on psychotropic drugs/ Conocimiento de los estudiantes de enfermería en relación a las drogas psicotrópicas

Campos, Fernanda Vieira de; Soares, Cássia Baldini
2004-03-01

Resumo em português O objetivo deste estudo é caracterizar a situação de aprendizado dos estudantes de enfermagem sobre drogas psicotrópicas. Foram entrevistados estudantes de uma escola pública e uma privada. A análise dos dados foi temática. Os resultados não apontam diferenças substanciais entre as escolas, mostrando: aprendizado centrado nos psicofármacos; influência da mídia e utilização do senso-comum na epidemiologia, motivações e problemas advindos do uso de drogas, r (mais) eprodução de mitos e preconceitos sobre usuários; desconsideração dos conflitos sociais que permeiam as drogas. É necessário aperfeiçoar o ensino desses conteúdos para que os estudantes tenham uma base de conhecimento adequada nos espaços de atuação. Resumo em espanhol El objetivo de este estudio fue caracterizar el estado de conocimiento sobre drogas psicotrópicas en estudiantes de enfermería. Se entrevistaron estudiantes de una escuela pública y de una privada. El análisis de los datos fue temático. Los resultados no muestran diferencias substanciales entre las escuelas. Se evidencia conocimiento centrado en los psicofármacos; influencia de los medios de comunicación y la utilización del sentido común en la epidemiología; mo (mais) tivaciones y problemas resultantes del uso de drogas; reproducción de mitos y prejuicios sobre los usuarios; desconsideración de los conflictos sociales que permean las drogas. Es necesario mejorar la educación de esos contenidos para que los estudiantes tengan una base de conocimiento adecuada en los espacios de actuación. Resumo em inglês The objective of this study is to characterize the learning situation of nursing students with regard to psychotropic drugs. Students from a public and a private school were interviewed. Data analysis was thematic. The results do not suggest substantial differences between the schools regarding: learning centered on psychophar-macology; influence of media and use of common sense in the epidemiology; motivations and problems related to drug use; myth repetition and prejudi (mais) ce of users; disrespect of the social conflicts that involve drug problems. It is necessary to improve education on this topic so that students will have adequate knowledge to act as professionals.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Os livros didáticos e o ensino para a saúde: o caso das drogas psicotrópicas/ Didactic books and teaching for health: the case of psychotropic drugs

Carlini-Cotrim, Beatriz; Rosemberg, Fúlvia
1991-08-01

Resumo em português Foram analisados 18 livros didáticos de primeiro e segundo graus, das disciplinas de Ciências/Biologia, Educação Moral e Cívica e Organização Social e Política do Brasil, em relação ao tratamento dado ao tema consumo de drogas psicotrópicas. A análise da estrutura dos textos evidenciou preocupação excessiva com a discussão dos efeitos (nocivos) das drogas em detrimento de outros tópicos como conceituação, causas que levam ao uso, incidência, tratamento (mais) ou prevenção. Os textos se caracterizaram por uma linguagem pouco científica, onde o apelo emocional e o estilo dramático são a tônica. O usuário de drogas foi retratado como sendo necessariamente um ser decadente moral, física e psicologicamente. Os resultados da análise são discutidos à luz de teorias recentes de prevenção ao abuso de drogas. Resumo em inglês Eighteen didactic books on Sciences/Biology, Civic and Moral Education and Brazilian Political and Social Studies, for primary and secondary schools, were analyzed, with a view to assessing the way in which the issue of psychotropic drug use is dealt with. The texts analyzed are structurally centered on the discussion of the harmful effects of drugs instead of discussing others topics (such as etiology, concepts, treatment, incidence and prevalence). The texts are charact (mais) erized especially by the use of non-scientific language in which emotional appeal and an exceedingly exacerbated style are the rule. The drug user is described as being necessarily a moral, physical and psychological decadent. The results were discussed in the light of recent theories on the prevention of drug abuse.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Os livros didáticos e o ensino para a saúde: o caso das drogas psicotrópicas/ Didactic books and teaching for health: the case of psychotropic drugs

Carlini-Cotrim, Beatriz; Rosemberg, Fúlvia
1991-08-01

Resumo em português Foram analisados 18 livros didáticos de primeiro e segundo graus, das disciplinas de Ciências/Biologia, Educação Moral e Cívica e Organização Social e Política do Brasil, em relação ao tratamento dado ao tema consumo de drogas psicotrópicas. A análise da estrutura dos textos evidenciou preocupação excessiva com a discussão dos efeitos (nocivos) das drogas em detrimento de outros tópicos como conceituação, causas que levam ao uso, incidência, tratamento (mais) ou prevenção. Os textos se caracterizaram por uma linguagem pouco científica, onde o apelo emocional e o estilo dramático são a tônica. O usuário de drogas foi retratado como sendo necessariamente um ser decadente moral, física e psicologicamente. Os resultados da análise são discutidos à luz de teorias recentes de prevenção ao abuso de drogas. Resumo em inglês Eighteen didactic books on Sciences/Biology, Civic and Moral Education and Brazilian Political and Social Studies, for primary and secondary schools, were analyzed, with a view to assessing the way in which the issue of psychotropic drug use is dealt with. The texts analyzed are structurally centered on the discussion of the harmful effects of drugs instead of discussing others topics (such as etiology, concepts, treatment, incidence and prevalence). The texts are charact (mais) erized especially by the use of non-scientific language in which emotional appeal and an exceedingly exacerbated style are the rule. The drug user is described as being necessarily a moral, physical and psychological decadent. The results were discussed in the light of recent theories on the prevention of drug abuse.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Drogas ilícitas e trânsito: problema pouco discutido no Brasil/ Illegal drugs and the traffic: a problem rarely discussed in Brazil

Ponce, Julio de Carvalho; Leyton, Vilma
2008-01-01

Resumo em português CONTEXTO: Dirigir é uma tarefa complexa na qual o condutor recebe informação continuamente, analisa-a e reage a respeito desta. Substâncias que influem nas funções cerebrais ou em processos mentais envolvidos na condução certamente irão afetar o desempenho do condutor. Alterações motoras provocadas por drogas ilícitas têm recebido crescente atenção em anos recentes como uma possível ameaça à segurança no trânsito. Pesquisas têm indicado a presença de (mais) drogas psicoativas em motoristas mortos ou feridos em acidentes de trânsito, e estudos experimentais mostram prejuízo na performance de indivíduos sob efeito de drogas. OBJETIVOS: Em razão de esse problema ser pouco discutido em nosso país, embora seja preocupante, este trabalho visa fornecer dados sobre o problema do uso de drogas por motoristas, a legislação brasileira vigente sobre drogas e direção veicular e quais são as medidas que podem ser adotadas para que os acidentes de trânsito relacionados ao uso de drogas sejam reduzidos. MÉTODOS: Revisão bibliográfica de trabalhos publicados nos últimos quinze anos. RESULTADOS: Os trabalhos mais relevantes apontaram claros indícios de prejuízo na capacidade de dirigir sob efeito de drogas psicotrópicas. CONCLUSÕES: Todas as drogas psicotrópicas causam prejuízos nas funções psicomotoras e riscos aumentados de envolvimento em acidentes de trânsito, sendo necessária uma legislação específica que aborde esse tema. Resumo em inglês BACKGROUND: Driving is a complex task in which the driver receives, analyzes and reacts to information continuously. Substances that influence brain functions and/or mental processes involved in driving will certainly affect the driver’s performance. Psychomotor alterations caused by illegal drugs have received growing attention in recent years as a possible threat to roadway safety. Research has shown the presence of psychoactive drugs in drivers who were killed or inju (mais) red in driving accidents, and experimental studies have shown impairment in the performance of individuals under the influence of drugs. OBJECTIVES: This study aims to present data on the problem of drug abuse by drivers, the current Brazilian legislation on driving and drug abuse, and what possible measures might be adopted in order to reduce drug-related driving accidents. METHODS: The method applied was a literature review of the last fifteen years of publications. RESULTS: The most relevant publications indicate clear evidence of impairment in driving skills under the influence of psychotropic drugs. CONCLUSIONS: All psychotropic drugs cause impairment in psychomotor functions and as such, a higher risk of involvement in driving accidents, which makes specific legislation dealing with this issue necessary.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Razões para o não-uso de drogas ilícitas entre jovens em situação de risco/ Main reasons for non-use of illicit drugs by young population exposed to risk situations

Sanchez, Zila van der Meer; Oliveira, Lúcio Garcia de; Nappo, Solange Aparecida
2005-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Embora existam muitos estudos a respeito dos fatores de risco ao uso de drogas, pouco se sabe sobre as razões que mantêm jovens afastados do seu consumo. O objetivo do estudo foi identificar, entre adolescentes de baixo poder aquisitivo, quais os motivos que os impediriam a experimentação e o conseqüente uso de drogas psicotrópicas, mesmo quando submetidos a constante oferta. MÉTODOS: Adotou-se metodologia qualitativa, com amostra intencional selecionada (mais) por critérios. Foram entrevistados 62 jovens, com idade entre 16 e 24 anos, de classe social baixa, que nunca experimentaram drogas psicotrópicas ilícitas (32 sujeitos) ou que delas fizeram uso pesado (30 sujeitos). Cada entrevista durou, em média, 110 minutos. RESULTADOS: Entre não-usuários, a disponibilidade de informações e estrutura familiar protetora foram observadas como razões no afastamento dos jovens das drogas. A informação completa sobre as conseqüências do uso de drogas e os laços afetivos entre pais e filhos, garantidos por sentimentos como a cumplicidade e respeito, parecem ser importantes para a negação da droga. A importância desses fatores como razões do afastamento de jovens das drogas é enfatizada quando sua ausência é relatada e criticada entre os usuários de drogas. CONCLUSÕES: Torna-se necessária a inclusão do ponto de vista daqueles que nunca experimentaram drogas e das motivações que permitiriam tal atitude em programas de prevenção para adolescentes de baixa condição socioeconômica. Resumo em inglês OBJECTIVE: Although there are many studies on risk factors for drug use, little has been known about the reasons that prevent people away from drug use. The aim of this study was to identify the reasons that would prevent low-income youngsters against psychotropic drug experimentation and use, even when living in a drug dealing environment. METHODS: A qualitative study was carried out in an intentional sample selected according to a set of criteria. Sixty-two youngsters, (mais) aged between 16 and 24 years, from low-income families who have never used psychotropic drugs (32 subjects) or who were heavy drug users (30 subjects) were interviewed. Each interview lasted on average 110 minutes. RESULTS: Among non-users, access to information and a protective family structure were identified as major reasons from preventing youngster from drug use. Comprehensive information on the outcomes of drug use and affective bonds between parents and their children, assured by feelings of support and respect, seems to be important in helping them avoid drug use. The importance of these two factors as reasons to keep youngsters away from drugs is emphasized when their lack is mentioned and censured by drug users. CONCLUSIONS: The outlook of those who have never used drugs in their lifetime and their reasons should be considered in the development of drug prevention programs targeting low-income youngsters.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Razões para o não-uso de drogas ilícitas entre jovens em situação de risco/ Main reasons for non-use of illicit drugs by young population exposed to risk situations

Sanchez, Zila van der Meer; Oliveira, Lúcio Garcia de; Nappo, Solange Aparecida
2005-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Embora existam muitos estudos a respeito dos fatores de risco ao uso de drogas, pouco se sabe sobre as razões que mantêm jovens afastados do seu consumo. O objetivo do estudo foi identificar, entre adolescentes de baixo poder aquisitivo, quais os motivos que os impediriam a experimentação e o conseqüente uso de drogas psicotrópicas, mesmo quando submetidos a constante oferta. MÉTODOS: Adotou-se metodologia qualitativa, com amostra intencional selecionada (mais) por critérios. Foram entrevistados 62 jovens, com idade entre 16 e 24 anos, de classe social baixa, que nunca experimentaram drogas psicotrópicas ilícitas (32 sujeitos) ou que delas fizeram uso pesado (30 sujeitos). Cada entrevista durou, em média, 110 minutos. RESULTADOS: Entre não-usuários, a disponibilidade de informações e estrutura familiar protetora foram observadas como razões no afastamento dos jovens das drogas. A informação completa sobre as conseqüências do uso de drogas e os laços afetivos entre pais e filhos, garantidos por sentimentos como a cumplicidade e respeito, parecem ser importantes para a negação da droga. A importância desses fatores como razões do afastamento de jovens das drogas é enfatizada quando sua ausência é relatada e criticada entre os usuários de drogas. CONCLUSÕES: Torna-se necessária a inclusão do ponto de vista daqueles que nunca experimentaram drogas e das motivações que permitiriam tal atitude em programas de prevenção para adolescentes de baixa condição socioeconômica. Resumo em inglês OBJECTIVE: Although there are many studies on risk factors for drug use, little has been known about the reasons that prevent people away from drug use. The aim of this study was to identify the reasons that would prevent low-income youngsters against psychotropic drug experimentation and use, even when living in a drug dealing environment. METHODS: A qualitative study was carried out in an intentional sample selected according to a set of criteria. Sixty-two youngsters, (mais) aged between 16 and 24 years, from low-income families who have never used psychotropic drugs (32 subjects) or who were heavy drug users (30 subjects) were interviewed. Each interview lasted on average 110 minutes. RESULTS: Among non-users, access to information and a protective family structure were identified as major reasons from preventing youngster from drug use. Comprehensive information on the outcomes of drug use and affective bonds between parents and their children, assured by feelings of support and respect, seems to be important in helping them avoid drug use. The importance of these two factors as reasons to keep youngsters away from drugs is emphasized when their lack is mentioned and censured by drug users. CONCLUSIONS: The outlook of those who have never used drugs in their lifetime and their reasons should be considered in the development of drug prevention programs targeting low-income youngsters.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Alcoolismo: um novo desafio para o enfermeiro/ Alcoholism: a new chalenge for the nurse/ Alcoholismo: un nuevo desafío para el enfermero

Acauan, Laura; Donato, Marilurde; Domingos, Ana Maria
2008-09-01

Resumo em português Levantamento da produção científica sobre alcoolismo entre 1986 e 2006, com enfoque em Psiquiatria e Saúde Pública. Fontes bibliográficas: livros, revistas científicas, dissertações, teses e publicações do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID). Utilizou-se a palavra "alcoolismo" para a consulta, via Internet, na base de dados do CEBRID e da Biblioteca Virtual em Saúde. Pesquisou-se também nas bibliotecas do Instituto de Psiqu (mais) iatria, da Faculdade de Farmácia e da Escola de Enfermagem Anna Nery, Unidades da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Identificaram-se 62 publicações sobre o assunto, sendo utilizadas apenas 14. As restantes foram excluídas por não correlacionarem o tema àquelas áreas. Nove publicações tiveram enfoque em Saúde Pública, três em Psiquiatria e duas em ambas as áreas. As autoras concluíram que a produção foi incipiente, cabendo ao enfermeiro buscar novos saberes acerca do alcoolismo para prestar uma assistência eficiente e eficaz a esta clientela específica. Resumo em espanhol Relevamiento de la producción científica sobre alcoholismo entre 1986 y 2006, con enfoque en Psiquiatría y Salud Pública. Fuentes bibliográficas: libros, revistas científicas, Disertaciones, Tesis y publicaciones del Centro Brasileño de Informaciones sobre Drogas Psicotrópicas - Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID). Se ha utilizado la palabra "alcoholismo" para consultación, vía Internet, en la base de datos del CEBRID y de la (mais) Biblioteca Virtual en Salud. Se ha investigado también en las bibliotecas del Instituto de Psiquiatría, de la Facultad de Farmacia y de la Escuela de Enfermería Anna Nery, unidades de la Universidad Federal de Río de Janeiro. Se han identificado sesenta y dos publicaciones sobre el tema, siendo que se utilizaron apenas catorce. Las restantes han sido excluidas por no relacionarse al tema de aquellas áreas. Nueve publicaciones tuvieron enfoque en Salud Pública, tres en Psiquiatría y dos en ambas áreas. Las autoras concluyeron que la producción fue incipiente, cabiéndole al enfermero buscar nuevos saberes acerca del alcoholismo para prestar una asistencia eficiente y eficaz a esta clientela específica. Resumo em inglês Mapping of the scientific production about alcoholism between 1986 and 2006, focusing on Psychiatry and Public Health. Bibliographic sources: books, magazines, scientific magazines, Dissertations, Thesis and publications of the Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID) Brazilian Center of Informations about Psychotropic Drugs. The word "alcoholism" has been used for consultation, by Internet, on the data base of CEBRID and the Virtual Library (mais) on Health. A research was made as well on the libraries of the Psychiatric Institute, of the Pharmacy College and the Nursing College Anna Nery, units of the Universidade Federal do Rio de Janeiro. Sixty-two publications about the subject were identified but only fourteen were used. The rest was excluded because it was not related to the subject on these domains. Nine publications focused on Public Health, three on Psychiatrics and two on both domains. The authors concluded that the production was incipient; the nurses have to search for new knowledge about the alcoholism to offer an efficient assistance to these specific clients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Tratamento dos transtornos do comportamento de pacientes com demência/ Treatment of behavioral disorders in dementia patients

Tamai, Sérgio
2002-04-01

Resumo em português No curso da demência, transtornos não-cognitivos comportamentais são altamente prevalentes. Esses sintomas psicológicos e comportamentais da demência (SPCD) são mais importantes no dia-a-dia do que os déficits cognitivos, tanto para o paciente quanto para o cuidador, em termos de angústia e incapacitação causadas. Os SPCD freqüentemente levam à institucionalização. O raciocínio para o uso de drogas psicotrópicas está parcialmente baseado nas semelhanças (mais) fenomenológicas entre alguns comportamentos observados em pacientes idosos dementados e sinais e sintomas de transtornos psiquiátricos, como os transtornos depressivos, psicóticos ou ansiosos, em pacientes não-dementados. Na realidade, os SPCD são, com freqüência, qualitativamente diferentes daqueles que caracterizam os transtornos psicóticos, depressivos ou ansiosos. Os estudos de seguimento de tratamento sugerem que as drogas antipsicóticas são menos eficazes em pacientes com doença de Alzheimer ou demência de lobo frontal do que em pacientes com transtornos psiquiátricos. Abordagens não-farmacológicas são a primeira escolha no tratamento dos SPCD. Os inibidores da colinesterase no tratamento dos SPCD na doença de Alzheimer e na demência cortical difusa por corpos de Lewi representam uma abordagem terapêutica promissora. Resumo em inglês In the course of dementia non-cognitive behavioral disorders are highly prevalent. Behavioral and psychological signs and symptoms of dementia (BPSD) are more important on a daily basis than cognitive deficits both to the patient and caregiver given the resulting distress and disability. BPSD often lead to institution placement. The rationale for the use of psychotropic drugs is partially based on phenomenological similarities of some behaviors observed in elderly demente (mais) d patients to signs and symptoms of psychiatric disorders such as depressive illnesses, anxiety or psychotic disorders in non-demented patients. In fact, BPSD are often qualitatively different from those that characterize psychotic, depressive, or anxious disorders. Treatment follow-up studies suggest that the psychotropic drugs are less effective in patients with Alzheimer's disease or frontal lobe dementia than in patients with psychiatric disorders. Non-pharmacological approaches are the first choice in the treatment of BPSD. Cholinesterase inhibitors for treating BPSD in Alzheimer's disease and Lewi body dementia represent a promising therapeutical approach.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Levantamento randomizado sobre a prevalência de tabagismo nos maiores municípios do Brasil/ Random sample survey on the prevalence of smoking in the major cities of Brazil

Leitão Filho, Fernando Sergio; Galduróz, José Carlos Fernandes; Noto, Ana Regina; Nappo, Solange Aparecida; Carlini, Elisaldo Araújo; Nascimento, Oliver Augusto; Santos, Sérgio Ricardo; Jardim, José Roberto
2009-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Divulgar os dados de um estudo transversal randomizado, realizado em 2001, pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas. MÉTODOS: A população pesquisada neste levantamento incluiu indivíduos com 12-65 anos de idade, residentes nos 107 maiores municípios do Brasil (com mais de 200 mil habitantes), o que representou 27,7% da população brasileira na época, estimada em 169.799.170 habitantes. Foram realizadas no total 8.589 entrevistas (mais) . Utilizou-se o questionário Substance Abuse and Mental Health Services Administration, que foi traduzido e adaptado para o uso no Brasil. RESULTADOS: Do total, 41,1% dos entrevistados disseram já ter utilizado produtos derivados de tabaco alguma vez na vida. A prevalência de uso diário de tabaco foi de 17,4% da amostra (20,3% entre os homens e 14,8% entre as mulheres). Observou-se que 9% da população (10,1% entre os homens e 7,9% entre as mulheres) são dependentes da nicotina, segundo os critérios do National Household Surveys on Drug Abuse. CONCLUSÕES: A prevalência do uso diário de tabaco, nos maiores municípios brasileiros, é significativamente menor na presente década do que a prevalência nacional ao final do século passado. Resumo em inglês OBJECTIVE: To provide access to the results of a randomized cross-sectional study conducted by the Brazilian Center for Information on Psychotropic Drugs in 2001. METHODS: This survey involved a random sample of individuals ranging from 12 to 65 years of age and residing in the 107 largest cities (over 200,000 inhabitants) in Brazil, which represented 27.7% of the Brazilian population, estimated to be 169,799,170 inhabitants at the time. A total of 8,589 interviews were c (mais) onducted. The Substance Abuse and Mental Health Services Administration questionnaire, translated and adapted for use in Brazil, was used in the interviews. RESULTS: Of the sample as a whole, 41.1% of the interviewees reported having experimented with tobacco products. The prevalence of daily smokers was 17.4% (20.3% among males and 14.8% among females). We found that 9% of the sample (10.1% of the men and 7.9% of the women) were nicotine-dependent, according to the criteria of the National Household Survey on Drug Abuse. CONCLUSIONS: The prevalence of current smoking in the 107 largest cities of Brazil is significantly lower in this decade than was the national prevalence at the end of last century.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

O consumo de calmantes e o "problema de nervos" entre lavradores/ The use of tranquilizers "attacks of bad nerves" among rural workers

Rozemberg, Brani
1994-08-01

Resumo em português O "problema de nervos" surgiu como tema de estudo durante inquérito de morbidade referida, quando foram entrevistados 93 adultos, lavradores, em 25 comunidades rurais da região serrana do Estado do Espirito Santo, Brasil, sobre os problemas de saúde nas últimas 48h. Dentre os entrevistados, 30% relataram "problema de nervos" para si e/ou familiares, o que resultou em 34 depoimentos sobre esse problema distribuídos proporcionalmente entre colonos e proprietários e en (mais) tre os sexos. Em 11 relatos (32%) o excesso de trabalho aparece como desencadeador privilegiado de "nervos". Em 88% dos casos, o uso de pelo menos uma dentre 26 drogas psicotrópicas referidas é regular, sendo a dependência explicitada em 47% deles. A referência a esses remédios sobrepõe-se ou substitui a descrição do problema em 18 relatos (53%), refletindo a introjeção do discurso e práticas médicas pela população. A fragilidade dos limites entre normal e patológico, evidente nas descrições de "nervos" obtidas, reforça o caráter de síndrome interpretada culturalmente. O consumo de calmantes concorre para a manutenção de "nervos" como fenômeno individual e do "nervoso" no papel de "doente crônico", obscurecendo os motivos de seu sofrimento. A facilidade de obtenção das drogas é discutida em relação aos macro-determinantes do consumo de medicamentos. Resumo em inglês "Attacks of bad nerves" appeared as a subject for study during an Inquiry into Refered Morbidity in 25 small villages of a rural area of the State of Espirito Santo, Brazil, which have subsisted by virtue of the labor needed for the harmsting of the coffee crops since the beginning of the century. Through the systematic sampling proceduce, 93 adults were interviewed about health problems which had occurred in their families during the previous 48 hours and about their att (mais) itudes concerning these problems. "Attacks of nerves" or simply "nerves" were reported in the cource of 28 (30%) interviews, resulting in 34 reports on the problem, proportionately distributed among settlers and owners of small properties; 14 were men and 20 women; all were rural workers. In 11 (32%) reports, over-work was quoted as the main couse of "nerves", either due to its direct effects, or to the affliction releted with the coexistence of great efforts to cope with responsibilities, and the small return on all their efforts. In 30 cases (88%) the use of at least one of the 26 psychotropic drugs mentioned was constant (being dauly in 68%). Dependence was explicit by confessed in 47% of them. The reference to "nerves pills" came first or even replaced the description of "attacks of nerves" in 18 (53%) of the interviews, reflecting the strong influence of medical practice and speech on the population. The more common expressions of "nerves" described were: insomnia, body pains, dizziness, trembling and weakness, as well as behaviours expressing emotions varying from sadness to fury. This the fragility of the threshold between normal and pathological is clearly brought out and suggests thak "nerves" syndrome which is culturally is a interpreted. The medicalization of "nerves" creates a chronic sick role for patients, obscuring the reasons for their suffering, and keeping the problem on the individual level. The facilities for the obtaining of medical prescriptions are here discussed in relation to the social determinants of the use of medicines.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

O consumo de calmantes e o "problema de nervos" entre lavradores/ The use of tranquilizers "attacks of bad nerves" among rural workers

Rozemberg, Brani
1994-08-01

Resumo em português O "problema de nervos" surgiu como tema de estudo durante inquérito de morbidade referida, quando foram entrevistados 93 adultos, lavradores, em 25 comunidades rurais da região serrana do Estado do Espirito Santo, Brasil, sobre os problemas de saúde nas últimas 48h. Dentre os entrevistados, 30% relataram "problema de nervos" para si e/ou familiares, o que resultou em 34 depoimentos sobre esse problema distribuídos proporcionalmente entre colonos e proprietários e en (mais) tre os sexos. Em 11 relatos (32%) o excesso de trabalho aparece como desencadeador privilegiado de "nervos". Em 88% dos casos, o uso de pelo menos uma dentre 26 drogas psicotrópicas referidas é regular, sendo a dependência explicitada em 47% deles. A referência a esses remédios sobrepõe-se ou substitui a descrição do problema em 18 relatos (53%), refletindo a introjeção do discurso e práticas médicas pela população. A fragilidade dos limites entre normal e patológico, evidente nas descrições de "nervos" obtidas, reforça o caráter de síndrome interpretada culturalmente. O consumo de calmantes concorre para a manutenção de "nervos" como fenômeno individual e do "nervoso" no papel de "doente crônico", obscurecendo os motivos de seu sofrimento. A facilidade de obtenção das drogas é discutida em relação aos macro-determinantes do consumo de medicamentos. Resumo em inglês "Attacks of bad nerves" appeared as a subject for study during an Inquiry into Refered Morbidity in 25 small villages of a rural area of the State of Espirito Santo, Brazil, which have subsisted by virtue of the labor needed for the harmsting of the coffee crops since the beginning of the century. Through the systematic sampling proceduce, 93 adults were interviewed about health problems which had occurred in their families during the previous 48 hours and about their att (mais) itudes concerning these problems. "Attacks of nerves" or simply "nerves" were reported in the cource of 28 (30%) interviews, resulting in 34 reports on the problem, proportionately distributed among settlers and owners of small properties; 14 were men and 20 women; all were rural workers. In 11 (32%) reports, over-work was quoted as the main couse of "nerves", either due to its direct effects, or to the affliction releted with the coexistence of great efforts to cope with responsibilities, and the small return on all their efforts. In 30 cases (88%) the use of at least one of the 26 psychotropic drugs mentioned was constant (being dauly in 68%). Dependence was explicit by confessed in 47% of them. The reference to "nerves pills" came first or even replaced the description of "attacks of nerves" in 18 (53%) of the interviews, reflecting the strong influence of medical practice and speech on the population. The more common expressions of "nerves" described were: insomnia, body pains, dizziness, trembling and weakness, as well as behaviours expressing emotions varying from sadness to fury. This the fragility of the threshold between normal and pathological is clearly brought out and suggests thak "nerves" syndrome which is culturally is a interpreted. The medicalization of "nerves" creates a chronic sick role for patients, obscuring the reasons for their suffering, and keeping the problem on the individual level. The facilities for the obtaining of medical prescriptions are here discussed in relation to the social determinants of the use of medicines.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Estrutura fatorial do questionário de morbidade psiquiátrica de adultos aplicado em amostras populacionais de cidades brasileiras/ The factor structure of the adult psychiatry morbidity questionnaire (QMPA) in a community sample of Brazilian cities

Andreoli, Sérgio Baxter; Mari, Jair de Jesus; Blay, Sérgio Luis; Almeida-Filho, Naomar de; Coutinho, Evandro; França, Josimar; Fernandes, Jefferson Gomes; Busnello, Ellis D'Arrigo
1994-08-01

Resumo em português A análise de componentes principais é uma técnica de estatística multivariada utilizada para examinar a interdependência entre variáveis. A sua principal característica é a capacidade de reduzir dados, e tem sido usada para o desenvolvimento de instrumentos de pesquisas psiquiátricas e na classificação dos transtornos psiquiátricos. Esta técnica foi utilizada para estudar a estrutura fatorial do Questionário de Morbidade Psiquiátrica do Adulto (QMPA). O que (mais) stionário foi composto de 45 questões de resposta sim/não que identificam sintomas psiquiátricos, uso de serviço e de drogas psicotrópicas. O questionário foi aplicado em 6.470 indivíduos maiores de 15 anos, em amostras representativas da população de três cidades brasileiras (Brasília, São Paulo e Porto Alegre). O estudo teve como objetivo comparar a estrutura fatorial do questionário nas três regiões urbanas brasileiras. Sete fatores foram encontrados que explicam 42,7% da variância total da amostra. O fator 1, Ansiedade/Somatização ("eigenvalue" (EV) = 3.812 e variância explicada (VE) = 10,9%); O fator 2, Irritabilidade/Depressão (EV = 2.412 e VE = 6,9%); O fator 3, Deficiência Mental (EV= 2.014 e VE = 5,8%); O fator 4, Alcoolismo (EV = 1.903 e VE = 5,4%); O fator 5, Exaltação do Humor (EV = 1.621 e VE = 4,6%); O fator 6, Transtorno de Percepção (EV = 1.599 e VE = 4,6%) e o fator 7, Tratamento (EV = 1.592 e VE = 4,5%).O QMPA apresentou estruturas fatoriais semelhantes nas três cidades. Baseados nos achados, são feitas sugestões para que algumas questões sejam modificadas e para a exclusão de outras em uma futura versão do questionário. Resumo em inglês Principal Components Analysis is a multivariate statistical technique for the purpose of examining the interdependence among variables. The main characteristic of this technique is the ability to reduce data, and it is currently used as an adjunct for the development of psychiatric research tools and the classification of psychiatric disorders. It has been applied to the study of the Factorial Structure of a Brazilian screening questionnaire, the Adult Psychiatric Morbidi (mais) ty Questionnaire (QMPA). The questionnaire is made up of 45 yes/no items for the identification of psychiatric symptons and the use of psychiatric services and psychotropic drugs. The questionnaire was applied to 6.470 subjects over 15 years old in representative samples from three urban areas: Brasília, Porto Alegre and S. Paulo. Seven factors were found to explain 42.7% of the total variance: Anxiety/Somatization (eigenvalue=3.81, 10.9%); Irritability/Depression (eigenvalue =2.41, 6.9%); Cognitive Impairment (eigenvalue = 2.01, 5.8%); Alcoholism (eigenvalue =1.90, 5.4%); Mood Elation (eigenvalue = 1.62, 4.6%); Hallucinatory/ Delusional Disorders (eigenvalue = 1.60, 4.6%); and Drug/Therapies (eigenvalue = 1.60, 4.5%). A similar pattern of results was found when the analysis was carried out in the three places. It is suggested, on the banis of these findings, that some questions should be modified and some excluded in any future version of the questionnaire.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Estrutura fatorial do questionário de morbidade psiquiátrica de adultos aplicado em amostras populacionais de cidades brasileiras/ The factor structure of the adult psychiatry morbidity questionnaire (QMPA) in a community sample of Brazilian cities

Andreoli, Sérgio Baxter; Mari, Jair de Jesus; Blay, Sérgio Luis; Almeida-Filho, Naomar de; Coutinho, Evandro; França, Josimar; Fernandes, Jefferson Gomes; Busnello, Ellis D'Arrigo
1994-08-01

Resumo em português A análise de componentes principais é uma técnica de estatística multivariada utilizada para examinar a interdependência entre variáveis. A sua principal característica é a capacidade de reduzir dados, e tem sido usada para o desenvolvimento de instrumentos de pesquisas psiquiátricas e na classificação dos transtornos psiquiátricos. Esta técnica foi utilizada para estudar a estrutura fatorial do Questionário de Morbidade Psiquiátrica do Adulto (QMPA). O que (mais) stionário foi composto de 45 questões de resposta sim/não que identificam sintomas psiquiátricos, uso de serviço e de drogas psicotrópicas. O questionário foi aplicado em 6.470 indivíduos maiores de 15 anos, em amostras representativas da população de três cidades brasileiras (Brasília, São Paulo e Porto Alegre). O estudo teve como objetivo comparar a estrutura fatorial do questionário nas três regiões urbanas brasileiras. Sete fatores foram encontrados que explicam 42,7% da variância total da amostra. O fator 1, Ansiedade/Somatização ("eigenvalue" (EV) = 3.812 e variância explicada (VE) = 10,9%); O fator 2, Irritabilidade/Depressão (EV = 2.412 e VE = 6,9%); O fator 3, Deficiência Mental (EV= 2.014 e VE = 5,8%); O fator 4, Alcoolismo (EV = 1.903 e VE = 5,4%); O fator 5, Exaltação do Humor (EV = 1.621 e VE = 4,6%); O fator 6, Transtorno de Percepção (EV = 1.599 e VE = 4,6%) e o fator 7, Tratamento (EV = 1.592 e VE = 4,5%).O QMPA apresentou estruturas fatoriais semelhantes nas três cidades. Baseados nos achados, são feitas sugestões para que algumas questões sejam modificadas e para a exclusão de outras em uma futura versão do questionário. Resumo em inglês Principal Components Analysis is a multivariate statistical technique for the purpose of examining the interdependence among variables. The main characteristic of this technique is the ability to reduce data, and it is currently used as an adjunct for the development of psychiatric research tools and the classification of psychiatric disorders. It has been applied to the study of the Factorial Structure of a Brazilian screening questionnaire, the Adult Psychiatric Morbidi (mais) ty Questionnaire (QMPA). The questionnaire is made up of 45 yes/no items for the identification of psychiatric symptons and the use of psychiatric services and psychotropic drugs. The questionnaire was applied to 6.470 subjects over 15 years old in representative samples from three urban areas: Brasília, Porto Alegre and S. Paulo. Seven factors were found to explain 42.7% of the total variance: Anxiety/Somatization (eigenvalue=3.81, 10.9%); Irritability/Depression (eigenvalue =2.41, 6.9%); Cognitive Impairment (eigenvalue = 2.01, 5.8%); Alcoholism (eigenvalue =1.90, 5.4%); Mood Elation (eigenvalue = 1.62, 4.6%); Hallucinatory/ Delusional Disorders (eigenvalue = 1.60, 4.6%); and Drug/Therapies (eigenvalue = 1.60, 4.5%). A similar pattern of results was found when the analysis was carried out in the three places. It is suggested, on the banis of these findings, that some questions should be modified and some excluded in any future version of the questionnaire.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Uso pesado de álcool por estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas centrais e periféricas de Campinas (SP): prevalência e fatores associados/ Heavy alcohol use among elementary and high-school students in downtown and outskirts of Campinas City - São Paulo: prevalence and related factors

Soldera, Meire; Dalgalarrondo, Paulo; Corrêa Filho, Heleno Rodrigues; Silva, Cleide Aparecida M
2004-09-01

Resumo em português O conhecimento de fatores associados ao uso de álcool na adolescência é de grande relevância, pois permite intervenções visando reduzir comportamentos de risco e o possível início de um uso de álcool progressivamente deletério. OBJETIVOS: Determinar a prevalência do uso pesado de álcool e verificar se variáveis sociodemográficas, culturais e psicopatológicas podem estar influenciando este uso por estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públi (mais) cas e particulares da cidade de Campinas (SP). MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal com uma técnica de amostragem do tipo intencional. Foi utilizado um questionário anônimo, de autopreenchimento, baseado no questionário do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID). A amostra foi constituída por 2.287 estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares da cidade de Campinas (SP), no ano de 1998. Considerou-se uso pesado, de acordo com a World Health Organization (WHO) (1981), o uso de álcool em 20 dias ou mais nos 30 dias que antecederam a pesquisa. Para identificar os fatores que influenciam o uso de drogas, utilizou-se a "Análise de Regressão Logística Politômica - Modelo de Logitos Generalizados". RESULTADOS: O uso pesado de álcool foi de 11,9%, tendo sido maior nos estudantes da escola pública central, do período vespertino, que trabalhavam, de nível socioeconômico A e B, que se sentiam pouco apoiados e compreendidos pela família e que apresentavam maior defasagem escolar. CONCLUSÕES: Os dados deste estudo indicam que fatores como disponibilidade de dinheiro, trabalho, situações pessoais e familiares desfavoráveis e mau desempenho escolar estão associados ao uso pesado de álcool em estudantes. Resumo em inglês It is important to identify factors related to heavy alcohol use among adolescents, as this allows interventions aimed at reducing risk behavior and possible increasing harmful use of alcohol. OBJECTIVES: To determine the prevalence of heavy alcohol use and investigate the influence of sociodemographic, cultural and psychopathological variables on alcohol use among elementary and high-school students of public and private schools in Campinas, Brazil. METHODS: This is a cr (mais) oss-sectional study using an intentional sampling technique. The questionnaire used was based on the CEBRID (Brazilian Information Center on Psychotropic Drugs) questionnaire and filled out anonymously by the subjects. The sample consisted of 2,287 elementary and high-school students from public and private schools in Campinas, Brazil, during the year of 1998. According World Health Organization criteria (WHO, 1981), alcohol use for 20 days or more in the 30 days prior to the study was considered heavy alcohol use. The "Polytomic Logistic Regression - Generalized Logits Model" was applied to identify the factors that influenced heavy alcohol use. RESULTS: Heavy alcohol use was seen in 11.9% of the sample, being more frequent among students at the inner-city public school belonging to socioeconomic classes A and B, who held down jobs and attended school in the afternoons. These students felt that their families did not understand or support them and also showed lower academic performance at school. CONCLUSIONS: The present study indicates that factors such as availability of funds, work , delayed schooling performance and unfavorable personal and family situations were related to heavy alcohol use among adolescents.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Utilização de psicofármacos por pacientes odontológicos em Minas Gerais, Brasil/ The use of psychotropics by dental patients in Minas Gerais, Brazil

Abreu, Mauro Henrique Nogueira Guimarães de; Acúrcio, Francisco de Assis; Resende, Vera Lúcia Silva
2000-01-01

Resumo em português A utilização de medicamentos no Brasil, inclusive dos psicofármacos, tem sido considerada exacerbada e indiscriminada. Mesmo assim, é reduzido o número de trabalhos sobre a utilização destes medicamentos, principalmente entre usuários de serviços odontológicos. O estudo teve como objetivo a verificação da prevalência de consumo de psicofármacos, nos períodos de 15 dias e de 12 meses que antecederam o estudo, entre os usuários das clínicas integradas de at (mais) enção primária da Faculdade de Odontologia, Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil. A coleta de dados utilizou formulários de entrevistas aplicados a todos os indivíduos maiores de 12 anos, atendidos nestas clínicas durante o mês de junho de 1997. O consumo de psicofármacos foi de 4% e 10%, respectivamente, para os 15 dias e 12 meses que antecederam o estudo. Os ansiolíticos foram os mais consumidos nos 12 meses antes do estudo, totalizando aproximadamente 40% do consumo global. O grupo de indivíduos com idade até 23 anos (mediana da idade) apresentou um consumo menor do que o grupo com idade superior a 23 anos (P Resumo em inglês In Brazil, psychotropics and other drugs are often indiscriminately overused. Nevertheless, there are few studies regarding the use of psychotropics, especially among dental patients. The purpose of this study was to assess the prevalence of psychotropic consumption among patients of the general primary care clinic of the Dentistry School at the Minas Gerais Federal University, in Brazil. To collect data, students working in the clinic interviewed all patients over 12 yea (mais) rs of age seen at the clinic during June 1997 and asked them about their use of psychotropics during the preceding 2-week and 12-month periods. The results showed that 4% of the patients had used psychotropic drugs in the 2 weeks before the study and that 10% of them had used psychotropics in the preceding 12 months. The drugs used most frequently in the 12-month period were anxiolytics (around 40% of total use). The median age of the patients was 23 years old. Persons under the median had used psychotropics less in comparison with older persons (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Uso de varenicline no tratamento do tabagismo: relato de dois casos/ Use of varenicline in smoking cessation: two case reports

Horimoto, Fabiano Coelho; Bevilaqua, Mariele
2007-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi antecipar informações sobre uma droga que está sendo lançada no combate ao tabagismo, auxiliando aqueles que desejam parar de fumar. O varenicline atua no sistema nervoso central, ligando-se ao receptor nicotínico alfa4beta2 e proporcionando redução do prazer que o cigarro provoca. É um mecanismo de ação novo, que nenhum psicofármaco atinge. Os estudos têm mostrado superioridade do varenicline em manter taxas mais altas e prolonga (mais) das de abstinência, quando comparado à bupropiona e placebo. Caso 1: Homem, 51 anos, mais de 30 anos de tabagismo. Nunca atingiu abstinência superior a algumas semanas. Utilizou varenicline na dose preconizada e, na 12ª semana, quando podia interromper, resolveu manter o fármaco até completar 24 semanas de tratamento. Está abstinente há 8 meses. Caso 2 Mulher, 48 anos, 30 anos de dependência do tabaco. Há 21 anos, parou espontaneamente na gestação da única filha e, após 6 meses, recaiu. Usou varenicline por 12 semanas associado à terapia cognitivo-comportamental. Há 7 meses, está abstinente. Os tratamentos disponíveis até o momento são incipientes em promover altos índices de abstinência no primeiro ano. Portanto, a abordagem engloba um conjunto de estratégias, como disponibilizar drogas de primeira linha, além de medidas e projetos que apóiem não só o parar de fumar, mas o continuar abstinente. O tratamento do tabagismo requer investimento público; do contrário, drogas como o varenicline vão beneficiar apenas uma pequena parcela da população. Resumo em inglês The objective of this study was to provide information about a new drug to help people quit smoking. Varenicline acts on the central nervous system and binds to the alpha4beta2 nicotine receptor, reducing the sensation of pleasure caused by smoking. Its mechanism of action is unique, different from any other psychotropic. Studies have shown that, when compared with bupropion and placebo, varenicline is more effective in maintaining smoking abstinence and for longer period (mais) s of time. Case 1: A 51-year-old male patient who has been smoking for more than 30 years. He has never been more than a few weeks without smoking. He used the recommended dose of varenicline and, although he could have stopped after 12 weeks, preferred to follow the treatment for 24 weeks. He has been abstinent for 8 months. Case 2: 48-year-old female who has been tobacco dependent for 30 years. She quit during the pregnancy of her daughter 21 years ago, but started again 6 months later. She used varenicline for 12 weeks associated with cognitive-behavioral therapy. She has been abstinent for 7 months. Currently available treatments still have limited effectiveness in assuring high abstinence rates over the first year. Therefore, our approach includes several strategies, such as administration of first-line drugs, besides measures and projects that not only help patients quit smoking, but also remain abstinent. Anti-smoking treatments require large investments from the government. Otherwise, new drugs, such as varenicline, will only benefit a few segments of the population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Transtornos mentais comuns e uso de psicofármacos: impacto das condições socioeconômicas/ Common mental disorders and the use of psychoactive drugs: the impact of socioeconomic conditions/ Trastornos mentales comunes y uso de psicofármacos: impacto de las condiciones socioeconómicas

Lima, Maria Cristina Pereira; Menezes, Paulo Rossi; Carandina, Luana; Cesar, Chester Luiz Galvão; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Goldbaum, Moisés
2008-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a influência das condições socioeconômicas na associação entre transtornos mentais comuns, uso de serviços de saúde e de psicofármacos. MÉTODOS: Estudo transversal populacional conduzido na cidade de Botucatu, SP, com amostragem probabilística, estratificada e por conglomerados. Foram realizadas entrevistas domiciliares com 1.023 sujeitos de 15 anos ou mais de idade, entre 2001 e 2002. Transtorno mental comum foi avaliado utilizando o Self Rep (mais) orting Questionnaire (SRQ-20). O uso de serviços foi investigado com relação à quinzena anterior à entrevista e uso de psicotrópicos, nos três dias anteriores. Utilizou-se regressão logística para análise multivariável, considerando o efeito do desenho. RESULTADOS: No total da amostra, 13,4% (IC 95%: 10,7;16,0) procuraram serviços de saúde na quinzena anterior à entrevista. A procura de serviços de saúde se associou ao sexo feminino (OR=2,0) e à presença de transtorno mental comum (OR=2,2). Na amostra 13,3% (IC 95%: 9,2;17,5) referiram ter usado ao menos um psicotrópico, destacando-se os antidepressivos (5,0%) e os benzodiazepínicos (3,1%). Na análise multivariável, sexo feminino e presença de transtorno mental comum mantiveram-se associados ao uso de benzodiazepínicos. Renda per capita mostrou-se direta e independentemente associada ao uso de psicofármacos, conforme aumento da renda. CONCLUSÕES: Menor renda associou-se à presença de transtorno mental comum, mas não ao uso de psicotrópicos. A associação entre transtorno mental comum e uso de psicotrópicos e maior renda reforça a hipótese da existência de iniqüidades no acesso à assistência médica na população estudada. Resumo em espanhol OBJETIVO: Evaluar la influencia de las condiciones socioeconómicas en la asociación entre trastornos mentales comunes, uso de servicios de salud y de psicofármacos. MÉTODOS: Estudio transversal poblacional realizado en la ciudad de Botucatu, (Sudeste de Brasil), con muestreo probabilístico, estratificado y por conglomerados. Fueron realizadas entrevistas domiciliares con 1.023 sujetos de 15 años o mas de edad, entre 2001 y 2002. Trastorno mental común fue evaluado (mais) utilizando el Self Reporting Questionnaire (SRQ-20). El uso de servicios fue investigado con relación a la quincena anterior a la entrevista y uso de psicotrópicos, en los tres días anteriores. Se utilizó regresión logística para análisis multivariable, considerando el efecto del diseño. RESULTADOS: En el total de la muestra, 13.4% (IC 95%: 10.7;16.0) buscaron servicios de salud en la quincena anterior a la entrevista. La búsqueda de servicios de salud se asoció al sexo femenino (OR=2.0) y la presencia de trastorno mental común (OR=2.2). En la muestra 13.3% (IC 95%: 9.2; 17.5) se refirieron a haber usado al menos un psicotrópico, destacándose los antidepresivos (5.0%) y los benzodiazepínicos (3.1%). En el análisis multivariable, sexo femenino y presencia de trastorno mental común se mantuvieron asociados al uso de benzodiazepínicos. Renta per capita se mostró directa e independientemente asociada al uso de psicofármacos, de acuerdo al aumento de la renta. CONCLUSIONES: Menor renta se asoció a la presencia de trastorno mental común, pero no al uso de psicotrópicos. La asociación entre trastorno mental común y uso de psicotrópicos y mayor renta refuerza la hipótesis de la existencia de injusticias en el acceso a la asistencia médica en la población estudiada. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the influence of socioeconomic conditions on the association between common mental disorders and the use of health services and psychoactive drugs. METHODS: This was a population-based cross-sectional study conducted in the city of Botucatu, Southeastern Brazil. The sample was probabilistic, stratified and cluster-based. Interviews with 1,023 subjects aged 15 years or over were held in their homes between 2001 and 2002. Common mental disorders were (mais) evaluated using the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20). The use of services was investigated in relation to the fortnight preceding the interview and the use of psychotropic drugs, over the preceding three days. Logistic regression was used for multivariable analysis, and the design effect was taken into consideration. RESULTS: Out of the whole sample, 13.4% (95% CI: 10.7;16.0) had sought health services over the fortnight preceding the interview. Seeking health services was associated with female gender (OR=2.0) and the presence of common mental disorders (OR=2.2). 13.3% of the sample (95% CI: 9.2;17.5) said they had used at least one psychotropic drug, especially antidepressives (5.0%) and benzodiazepines (3.1%). In the multivariable analysis, female gender and the presence of common mental disorders remained associated with the use of benzodiazepines. Per capita income presented a direct and independent association with the use of psychoactive drugs: the greater the income, the greater the use of these drugs was. CONCLUSIONS: Lower income was associated with the presence of common mental disorders, but not with the use of psychotropic drugs. The association of common mental disorders and the use of psychotropic drugs in relation to higher income strengthens the hypothesis that inequality of access to medical services exists among this population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Transtornos mentais comuns e uso de psicofármacos: impacto das condições socioeconômicas/ Common mental disorders and the use of psychoactive drugs: the impact of socioeconomic conditions/ Trastornos mentales comunes y uso de psicofármacos: impacto de las condiciones socioeconómicas

Lima, Maria Cristina Pereira; Menezes, Paulo Rossi; Carandina, Luana; Cesar, Chester Luiz Galvão; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Goldbaum, Moisés
2008-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a influência das condições socioeconômicas na associação entre transtornos mentais comuns, uso de serviços de saúde e de psicofármacos. MÉTODOS: Estudo transversal populacional conduzido na cidade de Botucatu, SP, com amostragem probabilística, estratificada e por conglomerados. Foram realizadas entrevistas domiciliares com 1.023 sujeitos de 15 anos ou mais de idade, entre 2001 e 2002. Transtorno mental comum foi avaliado utilizando o Self Rep (mais) orting Questionnaire (SRQ-20). O uso de serviços foi investigado com relação à quinzena anterior à entrevista e uso de psicotrópicos, nos três dias anteriores. Utilizou-se regressão logística para análise multivariável, considerando o efeito do desenho. RESULTADOS: No total da amostra, 13,4% (IC 95%: 10,7;16,0) procuraram serviços de saúde na quinzena anterior à entrevista. A procura de serviços de saúde se associou ao sexo feminino (OR=2,0) e à presença de transtorno mental comum (OR=2,2). Na amostra 13,3% (IC 95%: 9,2;17,5) referiram ter usado ao menos um psicotrópico, destacando-se os antidepressivos (5,0%) e os benzodiazepínicos (3,1%). Na análise multivariável, sexo feminino e presença de transtorno mental comum mantiveram-se associados ao uso de benzodiazepínicos. Renda per capita mostrou-se direta e independentemente associada ao uso de psicofármacos, conforme aumento da renda. CONCLUSÕES: Menor renda associou-se à presença de transtorno mental comum, mas não ao uso de psicotrópicos. A associação entre transtorno mental comum e uso de psicotrópicos e maior renda reforça a hipótese da existência de iniqüidades no acesso à assistência médica na população estudada. Resumo em espanhol OBJETIVO: Evaluar la influencia de las condiciones socioeconómicas en la asociación entre trastornos mentales comunes, uso de servicios de salud y de psicofármacos. MÉTODOS: Estudio transversal poblacional realizado en la ciudad de Botucatu, (Sudeste de Brasil), con muestreo probabilístico, estratificado y por conglomerados. Fueron realizadas entrevistas domiciliares con 1.023 sujetos de 15 años o mas de edad, entre 2001 y 2002. Trastorno mental común fue evaluado (mais) utilizando el Self Reporting Questionnaire (SRQ-20). El uso de servicios fue investigado con relación a la quincena anterior a la entrevista y uso de psicotrópicos, en los tres días anteriores. Se utilizó regresión logística para análisis multivariable, considerando el efecto del diseño. RESULTADOS: En el total de la muestra, 13.4% (IC 95%: 10.7;16.0) buscaron servicios de salud en la quincena anterior a la entrevista. La búsqueda de servicios de salud se asoció al sexo femenino (OR=2.0) y la presencia de trastorno mental común (OR=2.2). En la muestra 13.3% (IC 95%: 9.2; 17.5) se refirieron a haber usado al menos un psicotrópico, destacándose los antidepresivos (5.0%) y los benzodiazepínicos (3.1%). En el análisis multivariable, sexo femenino y presencia de trastorno mental común se mantuvieron asociados al uso de benzodiazepínicos. Renta per capita se mostró directa e independientemente asociada al uso de psicofármacos, de acuerdo al aumento de la renta. CONCLUSIONES: Menor renta se asoció a la presencia de trastorno mental común, pero no al uso de psicotrópicos. La asociación entre trastorno mental común y uso de psicotrópicos y mayor renta refuerza la hipótesis de la existencia de injusticias en el acceso a la asistencia médica en la población estudiada. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the influence of socioeconomic conditions on the association between common mental disorders and the use of health services and psychoactive drugs. METHODS: This was a population-based cross-sectional study conducted in the city of Botucatu, Southeastern Brazil. The sample was probabilistic, stratified and cluster-based. Interviews with 1,023 subjects aged 15 years or over were held in their homes between 2001 and 2002. Common mental disorders were (mais) evaluated using the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20). The use of services was investigated in relation to the fortnight preceding the interview and the use of psychotropic drugs, over the preceding three days. Logistic regression was used for multivariable analysis, and the design effect was taken into consideration. RESULTS: Out of the whole sample, 13.4% (95% CI: 10.7;16.0) had sought health services over the fortnight preceding the interview. Seeking health services was associated with female gender (OR=2.0) and the presence of common mental disorders (OR=2.2). 13.3% of the sample (95% CI: 9.2;17.5) said they had used at least one psychotropic drug, especially antidepressives (5.0%) and benzodiazepines (3.1%). In the multivariable analysis, female gender and the presence of common mental disorders remained associated with the use of benzodiazepines. Per capita income presented a direct and independent association with the use of psychoactive drugs: the greater the income, the greater the use of these drugs was. CONCLUSIONS: Lower income was associated with the presence of common mental disorders, but not with the use of psychotropic drugs. The association of common mental disorders and the use of psychotropic drugs in relation to higher income strengthens the hypothesis that inequality of access to medical services exists among this population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Transtorno do pânico/ Panic disorder

Salum, Giovanni Abrahão; Blaya, Carolina; Manfro, Gisele Gus
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVOS: Revisar o transtorno do pânico (TP), considerando seus aspectos clínicos, epidemiológicos, diagnósticos e etiológicos, bem como os avanços no tratamento, uma vez que o TP é uma entidade nosológica acompanhada de importante prejuízo psíquico e funcional. MÉTODO: Foi realizada uma revisão narrativa da literatura nas principais bases de dados existentes (MEDLINE, PsychINFO e SciELO) e em livros-textos atualizados. RESULTADOS: Devido à sintomatologia p (mais) redominantemente física desse transtorno, os pacientes geralmente procuram vários atendimentos clínicos até que o diagnóstico seja feito. Em função desses aspectos e da sua cronicidade, o TP está associado a elevados custos econômicos. O tratamento do TP pode ser feito com psicoterapia e/ou psicofármacos. As diversas abordagens terapêuticas são apresentadas com o nível de evidência de cada recomendação. Em virtude da cronicidade e morbidade do TP, pesquisas têm se voltado para o estudo de estratégias de prevenção já na infância. CONCLUSÕES: O TP é um transtorno crônico e com baixas taxas de remissão dos sintomas em longo prazo. Sendo assim, sugere-se que sejam delineados novos estudos para tratamento precoce dos transtornos de ansiedade ou mesmo para prevenção em crianças de risco. Resumo em inglês OBJECTIVE: To review panic disorder (PD) considering its clinical, epidemiological, diagnostic, and etiologic aspects, as well as the advances in its treatment, since PD is a nosologic entity characterized by important psychiatric and functional impairment. METHODS: A review of the literature was carried out using the main databases available (MEDLINE, PsychINFO and SciELO) and up-to-date textbooks. RESULTS: Due to the prevalence of physical symptoms in this disorder, pat (mais) ients usually have to seek clinical care for several times before the diagnosis is established. As a result of these aspects and because of its chronicity, PD is associated with high economic costs. PD treatment may include psychotherapy and/or use of psychotropic drugs. In this review, we present several different therapeutic approaches, as well as the levels of evidence of each recommendation. Due to PD chronicity and morbidity, researches have been focused on the study of strategies to prevent PD since childhood. CONCLUSIONS: PD is a chronic disorder with low long-term remission rates. Therefore, we suggest that new studies should be designed concerning the early treatment of anxiety disorders or even the prevention of this disorder in children at risk.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Prevalência do consumo de álcool, tabaco e entorpecentes por estudantes de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais/ Prevalence of alcohol, tobacco and psychotropic drug consumption by medical students of the "Universidade Federal de Minas Gerais"

Petroianu, Andy; Reis, Daniel Cruz Ferreira dos; Cunha, Breno Dayrell Silva; Souza, Davi Machado de
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar a prevalência do consumo de álcool, tabaco e entorpecentes por estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais e determinar fatores relacionados a esse consumo. MÉTODOS: Este trabalho foi realizado com estudantes de todos os anos do curso de Medicina, convidados a participar, de forma anônima, respondendo a um questionário autoaplicável, que foi previamente avaliado e adequado à realidade brasileira. Esse questionári (mais) o foi estruturado com base no World Health Organization's Guidelines for Student Substance Use Survey e consistiu de 25 perguntas relacionadas ao uso de drogas. A comparação das médias foi por teste T de Student e as proporções foram avaliadas usando o teste Qui quadrado. RESULTADOS: Contato com bebidas alcoólicas ocorreu em 85,2% e com tabaco em 16,3% dos entrevistados. Dentre as drogas entorpecentes, a maconha foi consumida por 16,5%, LSD por 6,9%, ansiolíticos por 12%, estimulantes por 7,5% e solventes por 16,8% dos estudantes. Foi raro o consumo de cocaína, crack, opioides, xaropes ou anabolizantes. CONCLUSÃO: A droga mais consumida foi o álcool. Seu uso relacionou-se com o consumo de outras substâncias, sendo que a adesão a drogas ocorreu mais em estudantes solteiros, do sexo masculino, que moram longe da família e não dependem de si para seu sustento ou o de sua família. Resumo em inglês OBJECTIVE: The purpose of this study was to assess the prevalence of alcohol, tobacco and psychotropic drug consumption by students of the Medical School of the Federal University of Minas Gerais, Brazil, and to verify aspects related to those addictions. METHODS: This study was carried out with students of all years of the medical course invited to participate anonymously, by answering a self-applied questionnaire which was previously evaluated and adapted to Brazilian r (mais) eality. It was based upon the World Health Organization's Guidelines for Student Substance Use Survey and included 25 questions about drug addiction. Student's t test and chi-square test were applied to assess differences between the mean and proportions of data. RESULTS: Alcohol and tobacco were the more frequently used by the students, 85.2% and 16.3% respectively. Among psychotropic drugs, marijuana was reported by 16.5% of students, LSD by 6.9%, sedatives by 12%, amphetamines by 7.5% and inhalant substances by 16.8%. Cocaine, crack, opiates, anticholinergics and anabolics consumption were rarely mentioned. CONCLUSION: Alcohol was the drug most used and was related to other drug addictions. Drugs were most frequently used by single, male students, who live alone and do not support themselves.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Prescrição de psicotrópicos: avaliação das informações contidas em receitas e notificações/ Psychotropic prescription: the evaluation of related directions and notifications

Andrade, Márcia de Freitas; Andrade, Regina Célia Garcia de; Santos, Vania dos
2004-12-01

Resumo em português Objetivando avaliar o cumprimento da legislação quanto à prescrição e dispensação de medicamentos psicotrópicos das listas B e C1 da Portaria n.º 344/98 - SVS/MS foram utilizadas 753 receitas, de novembro de 2000, de sete farmácias com manipulação de Ribeirão Preto. O não cumprimento pelas farmácias está presente em 88,0% das receitas B e em 85,0% das C1, enquanto que por parte dos médicos a porcentagem é de 99,6% para B e 96,5% para C1. As falhas que ma (mais) is aparecem são: ausência de endereço do paciente (92,6% - receitas B; 80,1% das C1); de anotação da quantidade dispensada (85,8% das B e 72,6% das C1); da quantidade prescrita por extenso (89,5% das B e 96,5% das C1). Em 89,2% das B e em 57,1% das C1 a dispensação ocorreu no prazo fixado por lei. Os anorexígenos predominam entre as prescrições B (52,3%), seguidos dos benzodiazepínicos (47,7%). A fluoxetina (68,8%) é predominante entre as prescrições C1, seguida da amitriptilina (12,5%). A maioria das prescrições foi emitida por clínicos gerais (51,4%). Os resultados revelam práticas inadequadas referentes tanto à prescrição quanto à dispensação de medicamentos de controle especial, confirmando a necessidade de fiscalização mais rigorosa. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate the obeying Brazilian Legislation about prescription and dispensation of the psychotropic drugs of lists B and C-1 according to the law 344/98-SVS/MS, based on 753 prescriptions of November 2000 from 7 pharmacies. Disobeying rules by pharmacies was showed in 88.0% from prescriptions B, and in 85.0% from C1, while this percentage was of 99.6% from B and 96.5% from C1 among the doctors. The most important failures observed on prescripti (mais) ons were: absence of patient address (92.6% from B and 80.1% from C1); absence of the quantity dispensed (85.5% from B and 72.6% from C1); absence of the quantity prescribed. Medicine dispensation occurred correctly in the period of time fixed by law in 89.2% from B, and in 57.1% from C lists. Anorexigens predominated among the prescriptions B (52.3%) followed by benzodiazepines (47.7%). Fluoxetin was predominant among prescriptions C1 (68.8%), followed by amytriptilin (12.5%). Prescriptions were mostly emitted by general clinicians (51.4%). The results showed inadequate practices concerned to the controlled drugs prescription and delivery, confirming the necessity of a better fiscalization.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Modificações nos padrões de consumo de psicofármacos em localidade do Sul do Brasil/ Modifications in psychotropic drug use patterns in a Southern Brazilian city

Rodrigues, Maria Aparecida P; Facchini, Luiz Augusto; Lima, Maurício Silva de
2006-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a prevalência e padrão de consumo de psicofármacos pela população e comparar esses resultados com outro estudo de 1994. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, com 3.542 indivíduos de 15 anos ou mais, residentes na zona urbana de Pelotas em 2003. Os dados referentes ao consumo de duas semanas foram coletados em entrevistas domiciliares, utilizando um questionário idêntico ao utilizado em 1994. As variáveis estudadas foram: idade, sexo (mais) , cor da pele, situação conjugal, renda familiar, escolaridade, tabagismo, diagnóstico médico de hipertensão e consulta médica nos últimos três meses. Na análise bivariada, utilizou-se teste de qui-quadrado de Pearson e de tendência linear. A análise multivariada foi composta por quatro níveis. RESULTADOS: A prevalência de consumo de psicofármacos foi de 9,9% (IC 95%: 8,9-10,9). Ao comparar as prevalências padronizadas por idade, não houve diferença significativa em relação à prevalência observada em 1994. O maior consumo de psicofármacos associou-se significativamente a: ser do sexo feminino, o aumento da idade, o diagnóstico médico de hipertensão e a utilização de serviços médicos. Dos entrevistados, 74% dos usuários estavam utilizando psicofármacos há mais de três meses. CONCLUSÕES: Após uma década, a prevalência permanece alta, porém o consumo de psicofármacos não aumentou. Os achados sugerem a importância da indicação adequada dos psicofármacos e do acompanhamento médico regular desses usuários, dada a associação encontrada entre as consultas e o consumo. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the prevalence and patterns of psychotropic use by population and to compare the results with a study carried out in 1994. METHODS: This is a population-based cross-sectional study carried out in 2003 with 3,542 participants aged 15 or older who lived in an urban area in Southern Brazil. Two-week recall data were collected in household interviews through the same questionnaire used in the 1994 study. The variables studied were age, gender, race, educa (mais) tion, family income, marital status, smoking, medical diagnosis of hypertension, and physician visit at last three months. Pearson's Chi-square and linear tendency were used in the bivariate analysis. Four levels of multivariate analysis was performed. RESULTS: The overall prevalence of psychotropic use was 9.9% (CI 95%: 8.9-10.9). There was no significant difference among standardized age groups when compared to the prevalence rates observed in 1994. Higher psychotropic use was associated with being female, older age, medical diagnosis of hypertension, and health service utilization. Of those interviewed, 74% of those drug users were using psychotropic drugs for over three months. CONCLUSIONS: A decade later, prevalence remained high, yet psychotropic drug use did not increase. The association between health service utilization and consumption shows the importance of the appropriate prescription of psychotropic drugs and regular follow-up of those prescribed them by physicians.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Modificações nos padrões de consumo de psicofármacos em localidade do Sul do Brasil/ Modifications in psychotropic drug use patterns in a Southern Brazilian city

Rodrigues, Maria Aparecida P; Facchini, Luiz Augusto; Lima, Maurício Silva de
2006-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a prevalência e padrão de consumo de psicofármacos pela população e comparar esses resultados com outro estudo de 1994. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, com 3.542 indivíduos de 15 anos ou mais, residentes na zona urbana de Pelotas em 2003. Os dados referentes ao consumo de duas semanas foram coletados em entrevistas domiciliares, utilizando um questionário idêntico ao utilizado em 1994. As variáveis estudadas foram: idade, sexo (mais) , cor da pele, situação conjugal, renda familiar, escolaridade, tabagismo, diagnóstico médico de hipertensão e consulta médica nos últimos três meses. Na análise bivariada, utilizou-se teste de qui-quadrado de Pearson e de tendência linear. A análise multivariada foi composta por quatro níveis. RESULTADOS: A prevalência de consumo de psicofármacos foi de 9,9% (IC 95%: 8,9-10,9). Ao comparar as prevalências padronizadas por idade, não houve diferença significativa em relação à prevalência observada em 1994. O maior consumo de psicofármacos associou-se significativamente a: ser do sexo feminino, o aumento da idade, o diagnóstico médico de hipertensão e a utilização de serviços médicos. Dos entrevistados, 74% dos usuários estavam utilizando psicofármacos há mais de três meses. CONCLUSÕES: Após uma década, a prevalência permanece alta, porém o consumo de psicofármacos não aumentou. Os achados sugerem a importância da indicação adequada dos psicofármacos e do acompanhamento médico regular desses usuários, dada a associação encontrada entre as consultas e o consumo. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the prevalence and patterns of psychotropic use by population and to compare the results with a study carried out in 1994. METHODS: This is a population-based cross-sectional study carried out in 2003 with 3,542 participants aged 15 or older who lived in an urban area in Southern Brazil. Two-week recall data were collected in household interviews through the same questionnaire used in the 1994 study. The variables studied were age, gender, race, educa (mais) tion, family income, marital status, smoking, medical diagnosis of hypertension, and physician visit at last three months. Pearson's Chi-square and linear tendency were used in the bivariate analysis. Four levels of multivariate analysis was performed. RESULTS: The overall prevalence of psychotropic use was 9.9% (CI 95%: 8.9-10.9). There was no significant difference among standardized age groups when compared to the prevalence rates observed in 1994. Higher psychotropic use was associated with being female, older age, medical diagnosis of hypertension, and health service utilization. Of those interviewed, 74% of those drug users were using psychotropic drugs for over three months. CONCLUSIONS: A decade later, prevalence remained high, yet psychotropic drug use did not increase. The association between health service utilization and consumption shows the importance of the appropriate prescription of psychotropic drugs and regular follow-up of those prescribed them by physicians.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Estratégia no cuidado ao paciente cardíaco cirúrgico: avaliação do senso de coerência/ Strategy in the care of cardiac surgical patients: evaluation of the sense of coherence/ Estrategia en el cuidado al paciente cardíaco quirúrgico: evaluación del sentido de la coherencia

Torrati, Fernanda Gaspar; Gois, Cristiane França Lisboa; Dantas, Rosana Aparecida Spadoti
2010-09-01

Resumo em português Senso de coerência é o construto proposto por Antonovsky para avaliar a capacidade do indivíduo de lidar com o estresse. O presente estudo objetiva medir o senso de coerência e avaliar sua relação com variáveis sócio-demográficas e o uso de psicofármacos, em uma amostra de 127 indivíduos internados para realização de cirurgias cardíacas. O senso de coerência desses indivíduos obteve um valor médio de 149,6 (D.P.=24,6), variando de 98 a 191 (intervalo poss (mais) ível de 21 a 203), com valores maiores indicando maior senso de coerência. Participantes do sexo masculino, maiores de 60 anos, casados, e que não faziam uso de psicofármacos no pré-operatório de cirurgias cardíacas indicaram maior senso de coerência, apresentando diferenças estatisticamente significativas para as variáveis sexo e uso de psicofármacos. Os resultados sugerem que pacientes do sexo feminino e mais jovens precisam de maior atenção dos profissionais da enfermagem no planejamento do cuidado perioperatório. Resumo em espanhol El sentido de la coherencia es el constructo propuesto por Antonovsky para evaluar la capacidad del individuo para enfrentarse al estrés. El presente estudio objetiva medir el sentido de la coherencia y evaluar su relación con variables sociodemográficas y uso de psicofármacos en una muestra de 127 individuos internados para la realización de cirugías cardíacas. El sentido de la coherencia de tales individuos obtuvo un valor medio de 149,6 (D.P. = 24,6), variando d (mais) e 98 a 191 (intervalo posible de 21 a 203), con mayores valores indicando mayor sentido de la coherencia. Los participantes de sexo masculino, mayores de 60 años, casados y que no hacían uso de psicofármacos no preoperatorios en cirugías cardíacas demostraron mayor sentido de la coherencia, presentando diferencias estadísticamente significativas para las variables sexo y uso de psicofármacos. Los resultados sugieren que los pacientes de sexo femenino y más jóvenes necesitan de mayor atención de los profesionales de enfermería en el planeamiento del cuidado perioperatorio. Resumo em inglês Sense of coherence is the construct proposed by Antonovsky to assess individuals' capacity of dealing with stress. This study aimed to measure the sense of coherence and evaluate its association to sociodemographic variables and the use of psychotropic drugs among 127 patients in the preoperative period of cardiac surgeries. The mean value of sense of coherence was 149.6 (S.D.= 24.6), ranging from 98 to 191 (possible range was 21 to 203), with higher values indicating hig (mais) her sense of coherence. Higher values were observed among male patients, older than 60 years, married and who did not use psychotropic drugs. Statistically significant differences occurred only for gender and use of psychotropic drugs. Results suggest that female and young patients need more attention from nurses in the planning of their perioperative care.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Efeitos colaterais dos psicofármacos na esfera sexual/ Sexual side effects of psychotropic drugs

Cordás, Táki Athanássios; Laranjeiras, Marcionilo
2006-01-01

Resumo em português Disfunções sexuais são altamente prevalentes em mulheres e relacionadas, entre outros fatores, a estados afetivos, aspectos socioculturais, situações interpessoais e psicofármacos. As disfunções sexuais induzidas por psicofármacos são brevemente revistas. Resumo em inglês Sexual dysfunctions are highly prevalent in women and are affected by, among other factors, affective states, sociocultural aspects, interpersonal situations and psychotropic medications. The sexual dysfunction induced by psychotropic medications was briefly reviewed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Depressão e comportamento suicida em pacientes oncológicos hospitalizados: prevalência e fatores associados/ Depression and suicidal behavior of cancer inpatients: prevalence and associated factors

Fanger, Priscila Caroline; Azevedo, Renata Cruz Soares de; Mauro, Marisa Lúcia Fabrício; Lima, Daniela Dantas; Gaspar, Karla Cristina; Silva, Viviane Franco da; Nascimento, Wagner Tadeu Jurevicius do; Botega, Neury José
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar as prevalências de depressão e de comportamento suicida em indivíduos com câncer internados em um hospital geral universitário e fatores associados a essas condições. MÉTODOS: O rastreamento de 5357 pacientes consecutivamente internados utilizou a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD) e a seção comportamento suicida do Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI). Análises univariadas, com ajustes para sexo e faixa etár (mais) ia, foram feitas tomando-se depressão e comportamento suicida como variáveis dependentes. RESULTADOS: Nos 675 pacientes com câncer, a prevalência de depressão foi 18,3% (IC95% = 15,4 - 21,4). O risco para suicídio estimado pela respectiva seção do MINI foi de 4,7% (IC95% = 3,2 - 6,7). A prevalência de depressão foi maior entre pacientes com câncer do que nos demais pacientes internados (13,2%; p = 0,0009). Associaram-se à depressão (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To determine prevalence rates of depression and suicidal behavior among cancer inpatients and factors associated with these conditions. METHODS: A total of 5357 patients consecutively admitted to a university hospital were assessed by means of the Hospital Anxiety and Depression Scale (HAD) and the suicide risk section of the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI). Univariate analyses adjusted for gender and age groups were performed with depressi (mais) on and suicide risk as dependent variables. RESULTS: Of those assessed, 675 had cancer. The prevalence rates for depression and suicide risk were 18.3% (95%CI = 15.4 - 21.4) and 4.7% (95%CI = 3.2 - 6.7) respectively. Depression was more frequently found in cancer bearers than in the other inpatients (13.2%; p = 0.0009). Female gender, low schooling level, long time of disease, pain, use of psychotropic drugs and suicide risk were associated with depression (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Consumo de psicofármacos em uma região administrativa do Rio de Janeiro: a Ilha do Governador/ Consumption of psychotropic drugs in an Administrative Region of the city of Rio de Janeiro: Ilha do Governador

Almeida, Liz Maria de; Coutinho, Evandro da S. F.; Pepe, Vera Lúcia E.
1994-03-01

Resumo em português Em 1988, um inquérito epidemiológico foi realizado para se estimar a prevalência de alcoolismo crônico e uso de álcool na população da XX Região Administrativa da cidade do Rio de Janeiro. O instrumento incluiu perguntas sobre o consumo de psicofármacos, café e cigarros. Este trabalho analisa os dados referentes ao consumo de psicofármacos nos 30 dias anteriores à pesquisa. A amostra representativa da população acima de 13 anos foi composta por 1.459 pessoas (mais) , Os resultados mostram uma prevalência de consumo global de 5,2% (3,1% para homens e 6,7% para mulheres). As mulheres, as pessoas mais velhas (especialmente pessoas entre 60 e 69 anos), os separados e viúvos, e as pessoas de renda mais baixa apresentaram prevalências mais elevadas. Avaliou-se a associação de cada variável demográfica através do cálculo deodds ratio ajustado por regressão logística. Os tranqüilizantes derivados dos benzodiazepínicos predominaram entre os tipos de psicofármacos referidos (85,23%), seguidos pelos antiepilépticos (5,68%) e pelos hipnóticos e sedativos (4,54%). Os clínicos não-especializados em neurologia ou psiquiatria lideraram as prescrições (65,8%). Oitenta por cento dos medicamentos foram obtidos na rede privada, enquanto 13,16% foram adquiridos na farmácia pública, quase todos mediante a apresentação do receituário controlado. Os resultados são discutidos e novas linhas de pesquisa são apontadas. Resumo em inglês In 1988, a cross-sectional survey was conducted to estimate the prevalence of alcoholism and alcohol consumption in the 20th Administrative Region of the city of Rio de Janeiro. The interview protocol included questions about consumption of psychotropics, coffee, and cigarettes. This paper presents data from psychotropic consumption in the month. The sample of the population older than 13 years old included 1,459 subjects. Overall consumption of psychotropic drugs was 5.2 (mais) %. Rate of psychotropic use was higher for females (6.7%) than for males (3.1%). Users were predomonantly women, elderly, (the highest rate was for those between 60-69 years), divorced or widows, and with lower family income. The association of each socio-demographic variable was evaluated by the odds ratio adjusted by logistic regression. Anxiolytics (benzodiazepines) predominated (85.23%) among the reported psychotropics, followed by antiepileptics (5.68%) and hypnotics and sedatives (4.54%). Physicians not specializing in neurology or psychiatry lead prescriptions (65.8%). 80.26% of the drugs were obtained in pharmacies, while 13.16% were obtained in governmental institutions, most of them by controlled prescriptions. The results are discussed and new lines of research are suggested.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Consumo de psicofármacos em uma região administrativa do Rio de Janeiro: a Ilha do Governador/ Consumption of psychotropic drugs in an Administrative Region of the city of Rio de Janeiro: Ilha do Governador

Almeida, Liz Maria de; Coutinho, Evandro da S. F.; Pepe, Vera Lúcia E.
1994-03-01

Resumo em português Em 1988, um inquérito epidemiológico foi realizado para se estimar a prevalência de alcoolismo crônico e uso de álcool na população da XX Região Administrativa da cidade do Rio de Janeiro. O instrumento incluiu perguntas sobre o consumo de psicofármacos, café e cigarros. Este trabalho analisa os dados referentes ao consumo de psicofármacos nos 30 dias anteriores à pesquisa. A amostra representativa da população acima de 13 anos foi composta por 1.459 pessoas (mais) , Os resultados mostram uma prevalência de consumo global de 5,2% (3,1% para homens e 6,7% para mulheres). As mulheres, as pessoas mais velhas (especialmente pessoas entre 60 e 69 anos), os separados e viúvos, e as pessoas de renda mais baixa apresentaram prevalências mais elevadas. Avaliou-se a associação de cada variável demográfica através do cálculo deodds ratio ajustado por regressão logística. Os tranqüilizantes derivados dos benzodiazepínicos predominaram entre os tipos de psicofármacos referidos (85,23%), seguidos pelos antiepilépticos (5,68%) e pelos hipnóticos e sedativos (4,54%). Os clínicos não-especializados em neurologia ou psiquiatria lideraram as prescrições (65,8%). Oitenta por cento dos medicamentos foram obtidos na rede privada, enquanto 13,16% foram adquiridos na farmácia pública, quase todos mediante a apresentação do receituário controlado. Os resultados são discutidos e novas linhas de pesquisa são apontadas. Resumo em inglês In 1988, a cross-sectional survey was conducted to estimate the prevalence of alcoholism and alcohol consumption in the 20th Administrative Region of the city of Rio de Janeiro. The interview protocol included questions about consumption of psychotropics, coffee, and cigarettes. This paper presents data from psychotropic consumption in the month. The sample of the population older than 13 years old included 1,459 subjects. Overall consumption of psychotropic drugs was 5.2 (mais) %. Rate of psychotropic use was higher for females (6.7%) than for males (3.1%). Users were predomonantly women, elderly, (the highest rate was for those between 60-69 years), divorced or widows, and with lower family income. The association of each socio-demographic variable was evaluated by the odds ratio adjusted by logistic regression. Anxiolytics (benzodiazepines) predominated (85.23%) among the reported psychotropics, followed by antiepileptics (5.68%) and hypnotics and sedatives (4.54%). Physicians not specializing in neurology or psychiatry lead prescriptions (65.8%). 80.26% of the drugs were obtained in pharmacies, while 13.16% were obtained in governmental institutions, most of them by controlled prescriptions. The results are discussed and new lines of research are suggested.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Características do uso de benzodiazepínicos por mulheres que buscavam tratamento na atenção primária/ Characteristics of the use of benzodiazepines by women seeking treatment in primary care

Nordon, David Gonçalves; Akamine, Karin; Novo, Neil Ferreira; Hübner, Carlos von Krakauer
2009-12-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: Benzodiazepínicos são medicamentos psicotrópicos de prescrição restrita utilizados para crises agudas de ansiedade, insônia e convulsões. Sua utilização é muitas vezes inadequada. O objetivo deste trabalho é identificar o perfil da usuária de benzodiazepínicos na atenção primária e as características de sua utilização. MÉTODO: Foram entrevistadas todas as pacientes maiores de 18 anos em espera para atendimento em uma unidade básica de sa (mais) úde de Sorocaba (SP) em 2008. RESULTADOS: Foi encontrada utilização de benzodiazepínicos por 13,14% das frequentadoras da unidade básica de saúde, sendo maior em mulheres de 50 a 69 anos, em relacionamento estável e analfabetas. O uso encontrado foi principalmente por insônia (48,14%), de medicamentos de longa meia-vida, crônico (mais de 6 meses, 89,14%), com prescrição inicial principalmente pelo clínico geral (47,82%), com alta taxa de tentativas de interrupção (91,3%) infrutíferas (69,05%). DISCUSSÃO: A utilização é 3,3 vezes maior do que a descrita na literatura para mulheres de perfil semelhante, com prescrições em geral inadequadas, independentemente do prescritor inicial (especialista ou não). CONCLUSÃO: O uso é crônico em mulheres mais idosas, de menor escolaridade, de relacionamento estável, por motivos corretos, porém de tempo de tratamento inadequado. Resumo em inglês INTRODUCTION: Benzodiazepines are psychotropic drugs whose prescription is indicated for acute crises of anxiety, insomnia and convulsions. Its use is most of the times inadequate. This study aimed at identifying the profile of the female benzodiazepine user at primary care and the characteristics of use. METHODS: All patients over 18 years old were questioned about their benzodiazepine use at a primary care unit from Sorocaba, Brazil, in the year of 2008. RESULTS: Benzod (mais) iazepines were used by 13.14%, mainly by older women (50-69 years old), in a stable relationship and illiterate. The use was mainly due to insomnia (48.14%), of longer half-life drugs, chronic (over 6 months, 89.14%), with first prescription by the general practitioner (47.82%) and high rates of interruption (91.3%) failures (69.05%). DISCUSSION: The use is 3.3 times higher than described in the literature for women of similar profiles, with generally inadequate prescriptions, independently of the first prescriber (specialist or not). CONCLUSION: Use is chronic, mainly by older women, with lower educational level and who are in a stable relationship, for correct reasons, but for inadequate time of treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Avanços em psicofarmacologia - mecanismos de ação de psicofármacos hoje/ Advances in psychopharmacology: mechanism of action of psychoactive drugs today

Gorenstein, Clarice; Scavone, Cristóforo
1999-03-01

Resumo em português Desde o início da história da psicofarmacologia moderna, na década de 40, vários avanços foram obtidos na elucidação do mecanismo de ação dos compostos psicoativos. O artigo aborda tais avanços enfocando as principais técnicas utilizadas, desde o desenvolvimento das técnicas de mensuração de aminas por emissão de fluorescência e da técnica de ligação fármaco-receptor, até a incorporação de técnicas sofisticadas, tais como as moleculares, para o est (mais) udo das alterações pós-receptor, o uso de marcadores genéticos e técnicas de imagem (PET, SPECT). Espera-se que tais progressos levem à elucidação dos mecanismos de ação dos psicofármacos, permitindo o desenvolvimento de novas moléculas terapêuticas específicas para regular as alterações subjacentes aos transtornos psiquiátricos. Resumo em inglês Since the beginning of the history of modern psychopharmacology on the 40's, many advances were obtained on the understanding of the mechanism of action of psychotropic drugs. This article gives an overview of such advances, since the introduction of the early techniques, such as the measurement of amines by fluorescence and the receptor-binding studies up to the incorporation of sophisticated techniques such as the molecular, to study the post-receptor alterations, the g (mais) enetic and the neuroimage techniques. These kind of studies might help to better understand the mechanisms of action of psychotropics, allowing the development of new therapeutic substances to regulate the alterations which underlie the psychiatric disorders.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Associação entre síndrome metabólica e transtornos mentais/ Epidemiologic studies about association of mental disorders and metabolic syndrome

Teixeira, Paulo José Ribeiro; Rocha, Fábio Lopes
2007-01-01

Resumo em português CONTEXTO: A síndrome metabólica (SM) é um transtorno de alta prevalência na população geral. Estudos que demonstram haver associação positiva entre doenças mentais e diabetes melito e a constatação dos efeitos adversos metabólicos dos psicofármacos levantam a hipótese de que a prevalência seja ainda maior em pacientes psiquiátricos. OBJETIVO: O objetivo desta revisão é avaliar os estudos epidemiológicos sobre a associação entre os transtornos mentais (mais) e a SM ou seus componentes. MÉTODOS: Foi realizada busca nas bases Medline e Lilacs, com a inclusão no estudo de artigos que apresentaram dados epidemiológicos sobre SM ou seus componentes em populações psiquiátricas. RESULTADOS: Indivíduos com esquizofrenia ou transtornos esquizoafetivos apresentaram prevalência de SM variando entre 28,4% e 62,5%; um estudo com indivíduos esquizofrênicos mais jovens apresentou prevalência menor, de 19,4%, porém 3,7 vezes maior que a do grupo-controle. Um estudo avaliou pacientes com transtorno afetivo bipolar e verificou prevalência de 30%. Prevalência elevada foi encontrada em mulheres com história de depressão, mas não em homens. CONCLUSÃO: A prevalência de SM é elevada em pacientes com esquizofrenia e transtornos esquizoafetivos e em mulheres com história de depressão. Resumo em inglês BACKGROUND: Metabolic syndrome (MS) is a very prevalent condition. Studies that show a positive association between mental diseases and diabetes mellitus and the existence of adverse metabolic effects caused by psychotropic drugs allow the presumption that the occurrence of MS is even greater in psychiatric patients. OBJECTIVE: The objective of this review is to assess the epidemiological studies about the relationship between MS or its components and mental disorders. ME (mais) THODS: Research was carried out at Medline and Lilacs, searching for articles which presented epidemiological data on the prevalence or incidence of MS and its components in psychiatric populations. RESULTS: Schizophrenic patients or with schizoaffective disorder demonstrated an increased prevalence of MS, between 28,4% and 62,5%; one study, with younger schizophrenic patients, showed a prevalence of 19,4%, however 3.7 times higher than the controls. One study with patients with bipolar disorder showed a prevalence of 30%. Increased prevalence of MS was found in women with a history of depression, but not in men. CONCLUSION: The prevalence of MS is high in patients with schizophrenia and schizoaffective disorder, and in women with a history of depression.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Alterações cognitivas na esquizofrenia: atualização/ Cognitive impairment in schizophrenia: an update

Ferreira Junior, Breno de Castro; Barbosa, Marilourdes do Amaral; Barbosa, Izabela Guimarães; Hara, Cláudia; Rocha, Fábio Lopes
2010-01-01

Resumo em português As alterações cognitivas são características centrais na esquizofrenia. Elas permanecem relativamente estáveis durante todo o curso da doença, não sendo secundárias a outros sintomas ou a efeitos colaterais de psicofármacos. Estão diretamente ligadas a prejuízo funcional e a pior qualidade de vida dos pacientes. Diversos estudos vêm sendo realizados no sentido de caracterizar as principais alterações cognitivas na esquizofrenia, identificar suas bases neurob (mais) iológicas e padronizar instrumentos de pesquisa, fundamentais para o advento de novos alvos para intervenções farmacológicas na esquizofrenia. O objetivo deste trabalho foi fazer uma atualização sobre o assunto. Resumo em inglês Cognitive dysfunctions are among the core features of schizophrenia. They remain relatively stable throughout the course of the disease, and are secondary neither to other symptoms nor to side effects of psychotropic drugs. Cognitive deficits are directly associated with functional impairment and poor quality of life. Many studies have been conducted to describe the main cognitive abnormalities observed in schizophrenia, to identify their neurobiological bases, and to sta (mais) ndardize research instruments, which are of paramount importance for the identification of new targets for pharmacological interventions in schizophrenia. The main objective of this paper was to provide an updated review of the subject.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)