Sample records for manometers
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 1 shown.



1

Influência de diferentes tipos de bocais e diâmetros de traqueias na manovacuometria/ Influence of different types of mouthpiece and diameters of trachea in the manovacuometry

Onaga, Fabiane Inoue; Jamami, Mauricio; Ruas, Gualberto; Di Lorenzo, Valeria Amorim Pires; Jamami, Luciana Kawakami
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo comparar a força muscular respiratória (FMR) obtida por meio de manovacuômetros analógicos, utilizando diferentes tipos de bocais e traqueias. METODOLOGIA: Foram avaliados 50 voluntários sedentários ou insuficientemente ativos saudáveis (25 homens e 25 mulheres), com média de idade de 25 ± 5 anos, média de altura de 167 ± 8 cm e média de peso de 65 ± 12 kg, pertencentes à comunidade de São Carlos, SP, e região. Para (mais) a avaliação da FMR foram realizadas as medidas de pressão inspiratória máxima (PI MÁX) e pressão expiratória máxima (PE MÁX) de acordo com o método preconizado por Black e Hyatt (1969). Os voluntários foram submetidos à anamnese e exame físico, e, posteriormente, as pressões respiratórias máximas foram medidas com os indivíduos em posição ortostática, utilizando-se dois manovacuômetros analógicos com limite operacional de ± 300 cmH2O, com uso de clipe nasal, um bocal circular e um retangular, com traqueias de mesmo comprimento e diâmetros internos diferentes, sendo estes de 1 cm e 1,5 cm. RESULTADOS: Observou-se que não houve diferenças significativas (Teste de Wilcoxon: p Resumo em inglês OBJECTIVE: This study compares the respiratory muscle strength (RMS) obtained from analog manometers using different types of mouthpiece and trachea. METHODOLOGY: Fifty healthy sedentary or insufficiently active individuals were evaluated (25 men and 25 women), in age 25 ± 5 years, height of 167 ± 8 cm and weight of 65 ± 12 kg, belonging to the community of São Carlos, SP, and region. For the evaluation of RMS were taken measures of maximal inspiratory pressure (MIP) (mais) and maximal expiratory pressure (MEP) according to the method recommended by Black and Hyatt (1969). The volunteers were referred to anamnesis and, later, maximum respiratory pressures were measured in the individuals at standing, using an analog manometers with operational limit of ± 300 cmH2O, with a nose clip, a circular and a rectangular mouthpiece and tracheas with the same length and different internal diameters, which are of 1 cm and 1.5 cm. RESULTS: It was observed that there were no significant differences (Wilcoxon Test: p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)