Sample records for mangroves
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Costa de manguezais de macromaré da Amazônia: cenários morfológicos, mapeamento e quantificação de áreas usando dados de sensores remotos

Souza Filho, Pedro Walfir Martins
2005-12-01

Resumo em português De acordo com o Atlas de Manguezais, este ecossistema representa 8% de toda a linha de costa do planeta e um quarto da linha de costa da zona tropical, perfazendo um total de 181.077 km². Este trabalho objetiva quantificar a extensão dos manguezais de macromaré da costa nordeste do Pará e noroeste do Maranhão, aqui denominada de Costa de Manguezais de Macromaré da Amazônia (CMMA). O reconhecimento das áreas de manguezais e sua quantificação foram realizados a pa (mais) rtir da utilização de imagens Landsat-7 ETM+, adquiridas em 1999 e 2000 e de um sistema de informações geográficas (SIG). A integração dos dados de sensores remotos, dados geológicos e oceanográficos permitiu o reconhecimento de cinco setores geomorfológicos, que abrangem uma superfície total de 7.591 km² de manguezais. Esta área representa a maior faixa de manguezais contínuos do planeta e corresponde a 56,6% dos manguezais do Brasil. Medidas prioritárias de conservação dos manguezais da Amazônia devem ser tomadas e pesquisas que busquem a melhor compreensão deste complexo e importante ecossistema devem ser financiadas e desenvolvidas. Resumo em inglês According to the World Mangrove Atlas, this ecosystem represents 8% of the world's coastline and one quarter of the tropical coastal zone shoreline, embracing 181,077 km². The aim of this work is to map and to quantify the extension of macrotidal mangroves along the northeastern Pará and northwestern Maranhão coasts, here named as Amazon Macrotidal Mangrove Coast (AMMC). The identification of mangrove areas and their quantification were carried out using Landsat-7 ETM+ (mais) images acquired in 1999 and 2000 and a geographic information system (GIS). The integration of remote sensing data, geological and oceanographic data allowed the recognition of five geomorphologic sectors, representing a total mangroves area of 7.591 km². This area represents the largest continuous mangrove belt in the world and constitutes 56,6% of mangroves in Brazil. Prioritary measures for Amazon mangrove conservation must be taken and research to enhance understanding of this complex and important ecosystem must be supported and developed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Gêneros de fungos liquenizados dos manguezais do Sul-Sudeste do Brasil, com enfoque no manguezal do Rio Itanhaém, Estado de São Paulo/ Lichenized fungi genera from the mangroves of South and Southestern Brazil, with emphasis on the Itanhaém River mangrove, São Paulo State

Benatti, Michel Navarro; Marcelli, Marcelo Pinto
2007-12-01

Resumo em português (Gêneros de Fungos Liquenizados dos Manguezais do Sul-Sudeste do Brasil, com enfoque no manguezal do Rio Itanhaém, Estado de São Paulo). Foi realizado um levantamento dos gêneros de fungos liquenizados do manguezal do Rio Itanhaém. A única lista conhecida para os manguezais do sul-sudeste brasileiro foi publicada por Marcelli em 1992, com especial atenção ao do Rio Itanhaém, sendo que vários dos gêneros então conhecidos tiveram suas posições taxonômicas rev (mais) istas, com um grande número sendo dividido em vários outros nos últimos anos. O objetivo deste trabalho foi realizar um novo levantamento de gêneros de fungos liquenizados para o manguezal do Rio Itanhaém, também conhecidos para as outras regiões de manguezais do sul-sudeste brasileiro, e elaborar uma chave de identificação para os gêneros que ocorrem nesse importante tipo de vegetação tropical. São apresentadas, pela primeira vez em língua portuguesa, descrições e observações sobre 81 gêneros de fungos liquenizados, referidos no levantamento de Marcelli, atualizados com a bibliografia recente. Resumo em inglês (Lichenized fungi genera from the mangroves of South and Southestern Brazil, with emphasis on the Itanhaém River mangrove, São Paulo State). An inventory of the lichenized fungi genera at the Itanhaém River mangrove was done to update the identification status of the known genera. The only known list for southern and southeastern Brazilian mangroves was published by Marcelli in 1992. Special attention was given to the Itanhaém River, and many of the known genera had t (mais) heir taxonomic positions revised; many have also been split into other genera over the past few years. The purpose of this research a new inventory of lichenized fungi genera of the Itanhaém River mangrove, also known from other mangrove regions of southern and southeastern Brazil, and present an identification key for the genera found in this important tropical vegetation type. Also, descriptions and observations of 81 lichenized fungi genera, reported by Marcelli, are presented here for the first time in Portuguese, updated using recent bibliography.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Estrutura vegetal e grau de perturbação dos manguezais da Lagoa da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, Brasil/ Structure and degree of perturbation of mangroves at Tijuca Lagoon, Rio de Janeiro, RJ, Brazil

SOARES, M. L. G.
1999-08-01

Resumo em português A Lagoa da Tijuca, localizada ao sul da cidade do Rio de Janeiro, possui estreita faixa de manguezal distribuída de forma descontínua ao longo de suas margens. Os bosques de mangue apresentam grande variabilidade estrutural. Nos bosques monoespecíficos de Laguncularia racemosa, com dap médio entre 3,4 e 7,7 cm e altura média entre 4,5 e 7,7 m, há predomínio de indivíduos com menos de 10,0 cm de diâmetro. Nos demais pontos, observamos bosques mistos, mais desenvol (mais) vidos, dominados ora por Laguncularia racemosa, ora por Rhizophora mangle (dap médio entre 7,8 e 16,7 cm; altura média entre 6,8 e 16,1 m), ora por Avicennia schaueriana (dap médio de 7,1 cm e altura média de 5,3 m). A variabilidade estrutural observada é forte indício de área alterada. Observações feitas em manguezais do Sudeste do Brasil demonstram que bosques dominados por Laguncularia racemosa de pequeno porte são característicos de locais alterados em processo de recomposição. Um dos pontos estudados, caracterizado por bosque maduro de Rhizophora mangle, bastante desenvolvido para os padrões estruturais do litoral sudeste do Brasil, encontra-se comprometido pela presença de Acrostichum sp., espécie invasora que está inibindo o desenvolvimento de plântulas de R. mangle. O fato está relacionado à alta deposição de sedimentos finos, elevando a cota do terreno e reduzindo a influência das marés. Resumo em inglês The Tijuca Lagoon is located south of Rio de Janeiro City. It is bordered by a discontinued and narrow belt of mangrove trees. Mangrove forests have a high structural variability. Of the eighteen stands studied there are monospecifics stands of Laguncularia racemosa with dbh between 3.4 and 7.7 cm and height between 4.5 and 7.7 m, dominated by trees with dbh less than 10.0 cm. At the other stands, occur mixed forests, structuraly more developed, sometimes dominated by Lag (mais) uncularia racemosa, sometimes by Rhizophora mangle (dbh between 7.8 and 16.7 cm; height between 6.8 and 16.1 m, prevailing trees with dbh greater than 10.0 cm). There are also mixed stands dominated by Avicenia schaueriana (dbh of 7.1 cm and 5.3 m high, predominating individuals over 10.0 cm in dbh). The structural variability observed, is strong evidence of an altered landscape. Observations on mangrove forests at southeastern Brazil show that stands dominated by Laguncularia racemosa with low dbh are typical of degraded sites in process of restoration. The structure that is quite close to that of the original forest is represented by the most developed stands (high dbh and height). One of the studied stands, with mature forest of Rhizophora mangle, high developed for the structural patterns of mangrove at the southeastern Brazil is jeopardized by the invasion of Acrostichum sp., wich is preventing the development of R.mangle saplings. This invasion is related to a high deposition of mud, wich rose the substrate, reducing tide inundation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

As formigas como indicadores biológicos do impacto humano em manguezais da costa sudeste da Bahia/ Ants as biological indicators of human impact in mangroves of the southeastern coast of Bahia, Brazil

Delabie, Jacques H.C.; Paim, Valéria R.L. de M.; Nascimento, Ivan C. do; Campiolo, Sofia; Mariano, Cléa dos S.F.
2006-10-01

Resumo em português Os manguezais são comuns ao longo dos estuários da costa Atlântica do Brasil. Embora a diversidade de plantas seja baixa, esse ecossistema suporta uma fauna diversa, oferecendo diferentes tipos de recursos para numerosos organismos não aquáticos. Muitos insetos habitam as áreas de manguezal e, entre estes, numerosas espécies de formigas exclusivamente arbóreas. Na maior parte das áreas do mundo onde ocorrem, os manguezais vêm sofrendo altos níveis de impacto hu (mais) mano e isso é particularmente evidente no Sudeste da Bahia, onde ocorre o tradicional extrativismo de caranguejos e peixes, aterramento com fim de exploração imobiliária e corte de lenha. A comunidade de formigas de 13 manguezais com diferentes níveis de antropização foi estudada na costa sudeste da Bahia, em áreas distribuídas em 250 km de litoral, entre Itacaré e Porto Seguro. As formigas foram amostradas dentro e nas vegetações periféricas dos manguezais, usando lençol entomológico, isca, coleta de galhos ocos e pit-fall. Foram amostradas 108 espécies de formigas, sendo Camponotus e Pseudomyrmex os gêneros com maior riqueza especifica e Azteca e Crematogaster os mais freqüentes. A comunidade de formigas que vivem na vegetação periférica aos manguezais estudados é bastante homogênea mas varia notoriamente com a perturbação antrópica dentro desses ambientes. As riquezas das comunidades da periferia e do próprio manguezal são relacionadas negativamente com o grau de antropização. Comunidades de formigas têm, portanto, potencial para serem utilizadas como indicadores biológicos de impacto ambiental no ecossistema manguezal. Resumo em inglês Mangroves are common in estuaries along the Atlantic coast of Brazil. Although plant diversity is low, this ecosystem supports a range of animals, offering some resources for non-aquatic organisms. Many insects live in mangroves and, between them, many ant species that are exclusively arboreous. Mangroves throughout the world suffer from high levels of human impact, and this is particularly true for southeastern Bahia, where land-uses include traditional crab and fish exp (mais) loitation, urban development, refuse pollution, recreation, and timber extraction. The ants of 13 mangrove sites, representing a range of levels of human use, have been studied along 250 km of the southern Bahia littoral, between Itacaré and Porto Seguro. Ants were sampled both inside and on the periphery of the tidal zone, using entomological rainbow, baiting, collect of hollow branches and pit-fall. A total of 108 species have been collected, with the richest genera being Camponotus and Pseudomyrmex, and the most frequent belonging to the genera Azteca and Crematogaster. The ant community living on the periphery of mangrove areas is rather homogeneous regardless of the degree of environmental perturbation, but varies markedly with the disturbance inside the mangroves themselves. The evolution of richness of the both communities, mangrove and periphery, is negatively related to the human effects, even limited to the periphery. Ant communities therefore have the potential to be useful as biological indicators of ecological impacts of land-use in these mangrove systems.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Efeitos das variações sazonais do clima tropical úmido sobre as águas e sedimentos de manguezais do estuário do rio Marapanim, costa nordeste do Estado do Pará/ Effects of seasonal variations' on the mangroves' waters and sediments of the Marapanim estuary, northeast coast of Para State

Berrêdo, José Francisco; Costa, Marcondes Lima; Progene, Maria do Perpétuo Socorro
2008-01-01

Resumo em português Para avaliar o impacto das variações climáticas, de curta duração, sobre os ecossistemas de manguezais amazônicos, foi estudada a costa nordeste do Pará entre as coordenadas: 00º 32' 30" S / 00º 52' 30" S e 47º 28' 45" W / 47º 45' 00" W. Foram amostrados os sedimentos, águas superficiais e intersticiais com medidas de salinidade, potencial hidrogeniônico (pH), potencial de oxi-redução (Eh) e determinações mineralógicas por difração de raios X e microsc (mais) opia eletrônica de varredura. Na água foram determinados o conteúdo de sulfetos dissolvidos, sulfato e cloreto, além da alcalinidade, sílica, ortofosfato, sódio, potássio, cálcio e magnésio, em meses chuvosos e de estiagem, sob marés de sizígia e quadratura. As variações sazonais do cloreto nas águas intersticiais mostram concentrações mais elevadas na estiagem que no período chuvoso, enquanto em superfície são mais elevadas nas marés de quadratura (período chuvoso) e de sizígia (período de estiagem). Os sulfetos dissolvidos foram encontrados em quantidades detectáveis somente a partir da profundidade de 10 cm o que indica exposição dos sedimentos aos fluxos advectivos de oxigênio atmosférico. Os teores de ferro dissolvido aumentam entre 0-10 cm e o potencial hidrogeniônico (pH) tende à neutralidade. A saturação das águas intersticiais na estiagem é indicada pelos minerais evaporíticos: gipso e halita. As variações pluviométricas são responsáveis por graduais mudanças nos teores de nutrientes e nas propriedades físico-químicas (pH, Eh e salinidade) das águas superficiais e intersticiais, no controle do equilíbrio salino das águas costeiras, na salinização e dessalinização dos sedimentos e na distribuição da vegetação de mangue no estuário. A exposição prolongada dos sedimentos na estiagem e as características morfológicas contribuem decisivamente para a oxidação total ou parcial dos sedimentos em superfície, o que modifica a mineralogia e as características químicas e físico-químicas das águas intersticiais. Resumo em inglês To evaluate the short period climatic variations impact over Amazonic mangrove ecosystem, studies were carried out on the northeast coast of Para State. Sediments, surficial and interstitial waters were collected and examinated throughout salinity, pH and Eh (mV) measurements; mineralogical determination using X-ray diffraction and electronic microscopy. Chemical analysis of dissolved sulfides, sulfate and chloride, among others were made in samples collected seasonally, (mais) under spring and neap tides conditions. The seasonal chloride variations in the interstitial waters shows 20 g/l during the dry season and less of 10 g/l in the season; the concentration in surficial are higher at neap tides (rainy season) and spring tide (dry season). The dissolved sulfides were found only at 10 cm, indicating sediment exposure to the atmospheric oxygen advectives fluxes. The dissolved iron rates increases between 0-10 cm and the pH tends to neutrality. The saturation of interstitial waters at dry season is indicated by evaporitic minerals: gypsum and halite. The pluviometric variations are responsible by gradual changes in the nutrient and physical chemical properties of surficial and interstitial waters, into the saline equilibrium control at coastal waters, in the salinization and desalinization of sediments and the distribution of mangrove vegetation at the estuary. The prolonged exposure of sediments during the dry season and the morphological characteristics contribute to the total or partial oxidation of surficial sediments, modifying the mineralogy of sediments and the physical chemical characteristics of interstitial waters.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Catadoras de caranguejo e saberes tradicionais na conservação de manguezais da Amazônia brasileira/ Crab pickers and traditional knowledge in the conservation of brazilian Amazonian mangroves

Machado, Denise
2007-08-01

Resumo em português A catação de caranguejo (Ucides cordatus) desenvolvida por mulheres caboclas em áreas do litoral norte da região amazônica, precisamente no nordeste paraense, possibilita a análise da problemática ambiental e relações de gênero a partir de uma abordagem antropológica sobre uma parcela da população tradicional amazônica. Quanto à questão ambiental, é tratada em termos de conservação, manejo e conhecimento de recursos ambientais. Evidenciou-se que a pesca (mais) desenvolvida nas áreas de manguezais na vila de Guarajubal é feita artesanalmente e direcionada à captura e beneficiamento do caranguejo, com o trabalho decisivo das mulheres a partir da maior demanda nos centros urbanos próximos. O trabalho das catadoras lhes possibilita manifestarem-se em relação aos problemas ambientais, ainda que no contexto local. Resumo em inglês The crab (Ucides cordatus) picking, done by cabocla women in Northeast Pará of the North Coastal Amazon Region, permits the analysis of the environmental question and of gender relations from an anthropological approach on a specific Amazonian traditional population. The environmental question is dealt with in terms of conservation, handling and knowledge about environmental resources. Evidence shows that crab picking is an artisan activity developed in mangrove swamp ar (mais) eas near the town of Guarajubal in which catching and doing product betterment of the crab are women's work, stimulated by the growing demand from nearby urban centers. The work of the catadoras (pickers) allows them to manifest their opinions in relation to the environmental problems, albeit in the local context.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Evolução quaternária, distribuição de partículas nos solos e ambientes de sedimentação em manguezais do estado de São Paulo/ Quaternary evolution, particle distribution in soils and sedimentary environment in mangroves in São Paulo State, Brazil

Souza-Júnior, Valdomiro Severino de; Vidal-Torrado, Pablo; Tessler, Moysés Gonzalez; Pessenda, Luiz Carlos Ruiz; Ferreira, Tiago Osório; Otero, Xose Luiz; Macías, Felipe
2007-08-01

Resumo em português A distribuição de partículas em solos ou sedimentos das planícies litorâneas auxilia no entendimento dos processos de sedimentação em estuários, servindo com importante atributo para aplicações em estudos de reconstrução paleoambiental, ciclos geoquímicos e poluição ambiental, como contaminação por metais pesados e derrames de petróleo, que, devido à ação antrópica, são relativamente comuns nesses ambientes. Com o objetivo de caracterizar os ambient (mais) es de sedimentação de acordo com a granulometria e com o processo de evolução quaternária ao longo do litoral do Estado de São Paulo, foram estudados solos de 14 manguezais. As análises granulométricas foram realizadas nas camadas de 0-20 e 60-80 cm de profundidade, determinando as frações argila, silte, areia total e cinco frações da areia. Realizaram-se datações 14C por cintilação líquida, espectrometria de massa acoplada a acelerador de partículas na fração humina da matéria orgânica e por termoluminescência em grãos de quartzo, para amostras de diferentes camadas dos manguezais amostrados. Os resultados de granulometria foram tratados de acordo com os parâmetros estatísticos de Folk & Ward. Os solos dos manguezais do Estado de São Paulo têm idade holocênica oscilando entre 410 e 3.700 anos AP, até a profundidade de 80 cm. Em alguns casos este substrato holocênico encontra-se sobreposto à camada arenosa pleistocênica, como foi identificado em SG1 (65-77 cm = 11.000 anos e 90-95 cm = 24.700 anos), PM (72-79 cm = 60.000 anos) e em RF, cuja camada a 40-50 cm apresentou idade de 12.200 anos. Os manguezais apresentam solos de diferentes texturas, variando de arenosa a argilosa. Os solos de constituição arenosa foram identificados na Ilha do Cardoso, na planície do Rio Guaratuba e ao longo do litoral norte, cujos manguezais foram estabelecidos sobre os sedimentos retrabalhados de antigos cordões arenosos e localizados às margens dos rios que drenam essas planícies litorâneas (SG1, SG2, GUA e RE). Esses solos ocorrem também nas proximidades da desembocadura dos rios, onde há maior influência da ação de ondas (RF). Os manguezais cujo substrato são constituídos, predominantemente, de partículas finas (silte e argila) estão localizados nos compartimentos mais protegidos do litoral, como o Canal do Cananéia (PM e BAG), Mar Pequeno (IGUA) e dentro do estuário de Santos, na Baixada Santista (ITA, IRI, COS e CRU). O período de maré estacionada, que decorre da alternância dos ciclos de enchente e vazante desta, favoreceria a sedimentação de partículas da fração silte, explicando a ocorrência de alto teor de silte na superfície dos solos de manguezais de PM e BAG e ao longo das camadas estudadas de IGUA e ITA. Resumo em inglês Particle distribution in soil or sediments of coastal plains contributes to the understanding of the sedimentation processes in estuaries. It is an important attribute for applications in studies of palaeoenvironmental reconstruction, geochemical cycles and environmental pollution such as heavy metal and oil spill contamination, which are relatively common in these sites due to human impact. With the objective of characterizing the sedimentary environments according to th (mais) e particle size and the process of quaternary evolution, 14 mangroves along the São Paulo State coast were studied. Particle size analyses were carried out with samples of the layers 0-20 and 60-80 cm. The clay, silt, total sand size and five sand fractions were determined. Radiocarbon dating was carried out by liquid scintillation counting and accelerator mass spectrometry in humin fraction of soil organic matter and by thermoluminescence of quartz grains, of samples of different layers. The results of particle size were treated according to the Folk and Ward statistical parameters. The mangrove soils of São Paulo State are holocenic with ages from 410 to 3,700 yr B.P. down to 80 cm depth. In some cases, this holocenic substratum overlies a pleistocenic sandy layer, as identified in SG1 (65-77 cm = 11,000 years and 90-95 cm = 24,700 yr), PM. (72-79 cm = 60,000 yr), and in RF where the 40-50 cm layer was estimated at 12,200 years. The mangrove soil textures varyied from sandy to clayey. Sandy soils were identified on Cardoso Island, on the Guaratuba river plain and along the northern coast. These mangroves had developed on restructured sediments of old sand ridges and along the banks of the rivers that drain the coastal plains (SG1, SG2, GUA, RE). These soils also occur close to the river mouths where waves have a strong influence (RF). The mangrove soils that consist mainly of fine particles (silt and clay) are located in the protected parts of the coastal line such as the Cananéia Channel (PM, BAG), Mar Pequeno (IGUA) and in the Santos estuary of the Baixada Santista (ITA, IRI, COS, CRU). Periods of steady tidal that are caused by the alternating high and low tide cycles would allow silt settling, explaining the higher silt content in PM and BAG and across the studied layers in IGUA and ITA.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Primeira ocorrência de Phellinus mangrovicus (Imaz.) Imaz. para o Brasil/ First record of Phellinus mangrovicus (Imaz.) Imaz. from Brazil

Campos, Ezequias Lopes de; Cavalcanti, Maria Auxiliadora Queiroz
2000-12-01

Resumo em português Phellinus mangrovicus (Imaz.) Imaz. foi coletado em manguezais da Ilha de Algodoal-Maiandeua, no litoral do Pará, em maio/1999, sobre tronco em decomposição de Rhizophora mangle L., constituindo este o primeiro registro da espécie para o Brasil. Resumo em inglês Phellinus mangrovicus (Imaz.) Imaz. was collected in mangroves of the Algodoal-Maiandeua Island, Pará, Brazil, in May/1999, on bark of Rhizophora mangle L. in decomposition, this constituting the first record of the species from Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Avaliação de efeitos de espécies de mangue na distribuição de Melampus coffeus (Gastropoda, Ellobiidae) no Ceará, nordeste do Brasil/ Evaluation of local effects of mangrove species on the distribution of Melampus coffeus (Gastropoda, Ellobiidae) in Ceara, northeastern Brazil

Maia, Rafaela C.; Tanaka, Marcel O.
2007-12-01

Resumo em português Melampus coffeus (Linnaeus, 1758) é um gastrópode pulmonado, macrodetritívoro, importante na transferência de energia em manguezais neotropicais, mas sua distribuição em diferentes escalas espaciais ainda é pouco conhecida nas regiões brasileiras. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar a distribuição de M. coffeus com relação: 1) às espécies Rhizophora mangle Rhizophoraceae e Laguncularia racemosa Combretaceae; 2) à posição dos rizóforos de R. ma (mais) ngle e 3) à altura das árvores em diferentes manguezais. O seu comportamento ao longo do ciclo de marés também foi descrito. A densidade de M. coffeus foi similar entre R. mangle e L. racemosa, porém os maiores caramujos foram encontrados nas árvores de R. mangle. A distribuição dos caramujos encontrados no sedimento diferiu em relação aos rizóforos, com maior densidade no centro e o maior tamanho na borda da área amostral. Entretanto, não houve relação com a disponibilidade de recursos alimentares formados por folhas. A densidade também foi maior nos manguezais baixo e médio quando comparados ao alto, porém não foram encontradas diferenças de tamanho dos caramujos em mangues de alturas distintas. Observamos também que, durante a maré alta, M. coffeus sobe nas árvores mais próximas. Estes resultados podem estar relacionados principalmente com a disponibilidade de recursos e abrigos fornecidos por R. mangle. Desta forma, novos estudos sobre a distribuição de M. coffeus sob diversas condições são recomendáveis, já que as regiões de manguezais estão cada vez mais sujeitas a perturbações. Resumo em inglês Melampus coffeus (Linnaeus, 1758) is a pulmonate, macrodetritivore gastropod, important in energy flows in neotropical mangroves, but its distribution in different spatial scales is still unknown in Brazil. The objective of this study was to evaluate the distribution of M. coffeus: 1) among the mangrove trees Rhizophora mangle Rhizophoraceae and Laguncularia racemosa Combretaceae; 2) in relation to the position of R. mangle prop roots and 3) among mangroves with different (mais) tree heights. Further, its behavior along one tidal cycle was also described. The densities of M. coffeus did not differ between R. mangle and L. racemosa, but the largest snails were found on R. mangle. The distribution of snails found on the sediment differed relative to the position of the prop roots, with the highest density in the center and largest size in the edge of the studied areas. However, this distribution was not related with the availability of food resources provided by decayed leaves. Higher densities were also recorded in intermediate and low-stature mangroves when compared with taller ones, but no differences in snail's sizes among mangroves were found. During the high tide, M. coffeus individuals climb nearby trees. These results are possibly related to the availability of resources and shelter supplied by R. mangle. Thus, studies on the distribution of M. coffeus in diverse conditions are essential, because mangroves are being intensively disturbed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Biodiversidade e considerações biogeográficas das Cyanobacteria de uma área de Manguezal do Estado de Pernambuco, Brasil/ Biodiversity and biogeographical considerations of Cyanobacteria from a Mangrove area of Pernambuco State, Brazil

Branco, Luis Henrique Zanini; Moura, Ariadne do Nascimento; Silva, Adriana Cristina da; Bittencourt-Oliveira, Maria do Carmo
2003-12-01

Resumo em português Manguezais caracterizam-se por apresentarem amplas variações ambientais (principalmente de salinidade, irradiância e teor de oxigênio) e possuírem substrato relativamente instável, o que exige adaptações específicas dos organismos para habitar com sucesso este ambiente. O presente estudo procura, principalmente, contribuir com o conhecimento da biodiversidade, através da realização do levantamento da flora de cianobactérias habitantes de Manguezais do Estado (mais) de Pernambuco. Foram realizadas amostragens quinzenais em quatro pontos distintos do Manguezal do rio Paripe, entre agosto e dezembro/1998, totalizando 27 amostras coletadas. A identificação das principais cianobactérias componentes das comunidades revelou a presença de 16 espécies, distribuídas em 11 gêneros, sete famílias e duas ordens. O gênero Phormidium revelou o maior número de espécies (quatro) e alguns táxons não puderam ser identificados em nível específico (Myxohyella sp. e Oscillatoria sp.). Observou-se a dominância de Oscillatoriales sobre as demais, em termos de número de espécies, bem como a ausência de organismos heterocitados, concordando com a tendência constatada em trabalhos similares. Do ponto de vista biogeográfico, a maioria dos táxons observados tem ocorrência registrada em ambientes salobros, ou mesmo marinhos, de outras regiões, demonstrando a ampla distribuição geográfica e a adaptabilidade desses organismos. Algumas espécies encontradas, como Microcoleus chthonoplastes Gomont, são amplamente distribuídas em ambientes marinhos ou salobros de todo o mundo, enquanto outras são limitadas a regiões geográficas mais restritas. Resumo em inglês Mangroves are characterized by their wide environmental variations (mainly of salinity, irradiance and oxygen content) and by the relatively unstable substratum. These conditions demand specific adaptations of the organisms to successfully inhabit this environment. The main objective of the present study was to contribute with the knowledge of the biodiversity, focusing the cyanobacteria flora of some mangrove areas of Pernambuco State. Fortnightly samplings were carried (mais) out in four different sites along Paripe River, between August and December/1998, totaling 27 collected samples. The identification of the most representative cyanobacteria of the communities revealed the presence of 16 species, distributed in 11 genera, seven families and two orders. The genus Phormidium revealed the highest species number (four) and some taxa could not be identified at specific level (Myxohyella sp. and Oscillatoria sp.). The dominance of Oscillatoriales over other orders, in terms of number of species, was observed as well as the absence of heterocytous organisms, agreeing with the tendency verified in similar studies. Considering biogeographical aspects, most of the found taxa has been recorded in brackish or even marine environments from other areas, evidencing the wide geographical distribution and adaptability of these organisms. Some species found, as Microcoleus chthonoplastes Gomont, are worldwide distributed in marine or brackish habitats, while other taxa are limited to more restricted geographical areas.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Teores de ligninas, nitrogênio e taninos em folhas de espécies típicas do mangue

Godoy, Silvana A.P. de; Mayworm, Marco A.S.; Lo, Vincent Kurt; Salatino, Antonio; Schaeffer-Novelli, Yara
1997-06-01

Resumo em português RESUMO - (Teores de ligninas, nitrogênio e taninos em folhas de espécies típicas de mangue). Mediram-se os teores de ligninas, N total e taninos em folhas de Avicennia schaueriana, Laguncularia racemosa e Rhizophora mangle, coletadas em manguezais de Suape, Ilha Madre de Deus (um local muito poluído na Bahía), Cananéia e duas localidades de Bertioga, uma delas fortemente impactada por descargas poluentes, na qual não se observam indivíduos de Rhizophora, e outra s (mais) ituada à margem desta última área. Verificou-se que as folhas de Laguncularia e Rhizophora contêm altos teores de taninos, sendo as da primeira espécie três a quatro vezes mais ricas que as da última. As folhas de Avicennia apresentaram-se desprovidas de taninos e com os mais altos teores de N. Os teores de ligninas em geral crescem na seqüência Avicennia Resumo em inglês ABSTRACT - (Contents of lignins, nitrogen and tannins in leaves of typical species of mangroves). The contents of lignins, total N and tannins were measured in leaves of Avicennia schaueriana, Laguncularia racemosa and Rhizophora mangle. The leaves were collected in mangrove areas of Suape, Madre de Deus island (a highly polluted site in Bahia), Cananéia and two localities of Bertioga, one of them with high levels of pollution, in which no individuals of Rhizophora occur (mais) , and the other being an area adjacent to the latter. The leaves of Laguncularia and Rhizophora contain high contents of tannins, the former presenting from three to four times as much tannins as the latter. Leaves of Avicennia are devoid of tannins and possess the highest contents of N. The contents of lignins increase in general along the sequence Avicennia

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Estimativa da produção anual de serapilheira dos bosques de mangue no Furo Grande, Bragança-Pará/ Estimates of the annual litter production in mangrove stands in Furo Grande, Bragança-Pará

Fernandes, Marcus Emanuel Barroncas; Nascimento, Antonia Aparecida Monteiro do; Carvalho, Muzenilha Lira
2007-10-01

Resumo em português As condições ambientais de determinado local podem influenciar a produtividade dos manguezais. Assim, este estudo estimou a produção total e dos componentes da serapilheira no Furo Grande, Bragança, PA. Este estudo compreendeu quatro ciclos anuais (julho/2000 a agosto/2004) em três sítios. Foram instaladas sete cestas em cada sítio ao longo de uma transecção de 140 m, com intervalos de 20 m. Cada cesta possuía uma área útil de 1 m², com tela de 1 mm², suspe (mais) nsa acima do nível das marés de sizígia. O material acumulado nas cestas foi coletado mensalmente, separado em folha, flor, fruto, estípula, galho e miscelânea, sendo posteriormente secado a 70 ºC até alcançar peso constante. A produção média dos quatro anos foi de 9,85 t.ha-1.ano-1 no sítio 1, 6,41 t.ha-1.ano-1 no sítio 2 e 5,99 t.ha-1.ano-1 no sítio 3, cuja comparação apresenta diferença significativa entre os sítios 1 e 3 (H=7,53; gl=2; p Resumo em inglês It is well known that environmental conditions of a determined place can influence the productivity of mangroves. So, the present study estimated the total and components litter production in Furo Grande, Bragança-PA. This study comprised four annual cycles (July/2000 to August/2004) at three sites. Seven traps were placed at each site along a 140 m transect, with 20 m intervals. Each trap had a useful area of 1 m², with 1 mm² mesh, suspended above the spring tide leve (mais) l. Accumulated material in the traps was collected on a monthly basis, sorted manually into leaves, flowers, fruits, stipules, twigs, and miscellaneous and then oven-dried to constant weight at 70ºC. The mean production of four years was 9.85 t.ha-1.year-1 at site 1, 6.41 t.ha-1. year-1 at site 2, and 5.99 t.ha-1. year-1 at site 3, with significant difference between sites 1 and 3 (H=7.53; df=2; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Características estruturais de bosques de mangue do estuário do rio São Mateus, ES, Brasil/ Structural characteristics of the mangrove forests at São Mateus River Estuary, Espírito Santo State, Brazil

Silva, Maria Amélia Bonfante da; Bernini, Elaine; Carmo, Tania Mara Simões do
2005-09-01

Resumo em português A estrutura da vegetação do manguezal do estuário do rio São Mateus foi analisada pelo método de parcelas em quatro sítios de estudo. Nesse manguezal, foram registradas as espécies Avicennia germinans (L.) Stearn., Avicennia schaueriana Stapft & Leechm., Laguncularia racemosa (L.) Gaertn. e Rhizophora mangle L. Considerando todas as parcelas, o DAP médio variou de 8,12 a 29,6 cm, a altura média de 5,4 a 12,0 m, a área basal de 7,21 a 31,1 m².ha-1 e a densidade (mais) de 450 a 1.450 ind.ha-1. Os sítios de estudo sob maior influência das marés apresentaram menor desenvolvimento estrutural e dominância de R. mangle, enquanto que o melhor desenvolvimento estrutural, com dominância de L. racemosa e A. germinans, foi observado nos sítios sujeitos ao maior aporte de água doce. Os resultados demonstraram que o manguezal do estuário do rio São Mateus apresenta bom desenvolvimento estrutural em relação a outros manguezais do Estado do Espírito Santo. Resumo em inglês The structure of the mangrove forests at São Mateus River Estuary was analyzed using the plot method. Mangrove species at the estuary are Avicennia germinans (L.) Stearn., Avicennia schaueriana Stapft & Leechm., Laguncularia racemosa (L.) Gaertn., and Rhizophora mangle L. Structural analyzes were performed in four sites. In all stands, the DBH varied from 8.12 to 29.6 cm, average height from 5.4 to 12.0 m, the basal area from 7.21 to 31.1 m².ha-1, and the density from 4 (mais) 50 a 1,450 ind.ha-1. Sites under larger influence of the tides, presented smaller structural development and dominance of R. mangle. L. racemosa and A. germinans were dominant in sites with fresh water predominance. The results obtained demonstrated that mangrove which was studied presented a good structural development in relation to other mangroves located in the Espírito Santo State.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Estrutura da vegetação em florestas de mangue do estuário do rio Paraíba do Sul, Estado do Rio de Janeiro, Brasil/ Vegetation structure of the mangrove forest at the estuary Paraíba do Sul river, Rio de Janeiro, Brazil

Bernini, Elaine; Rezende, Carlos Eduardo
2004-09-01

Resumo em português A estrutura da vegetação do manguezal do estuário do rio Paraíba do Sul foi analisada pelo método de parcelas, que foram distribuídas na franja e no interior da floresta em dois sítios de estudo. No geral, considerando-se os indivíduos > 1m alt., a altura média variou de 6,3 a 9,9m, o DAP médio de 7,44 a 13,4cm, a área basal média de 14,5 a 35,3m².ha-1 e a densidade média de 1.920 a 3.400 troncos.ha-1. Estes parâmetros estruturais não diferiram, significat (mais) ivamente, entre a franja e o interior da floresta, mas a contribuição de cada espécie variou entre as distintas zonas. Avicennia germinans (L.) Stearn. foi a espécie dominante em área basal de indivíduos vivos (60%), seguida de Rhizophora mangle L. (25%) e de Laguncularia racemosa (L.) Gaertn. (15%). Os resultados obtidos demonstraram que a área de manguezal analisada apresenta melhor desenvolvimento estrutural quando comparada a outros manguezais do litoral fluminense, tais como os encontrados nas Baías de Guanabara e Sepetiba. Resumo em inglês A structural analysis of the mangrove forest at the Paraíba do Sul river estuary was performed using the stand method. The stands were demarcated in two points both at the forest edge and interior. The results indicate that average height varied from 6.3 to 9.9m; DBH varied from 7.44 to 13.4cm; average basal area varied from 14.5 to 35.3m².ha-1, and average density varied from 1,920 to 3,400 trunks.ha-1 (trees > 1m height). These structural parameters did not differ bet (mais) ween the edge and the interior, but the contribution of each species varied between the zones. Avicennia germinans (L.) Stearn. was the dominant species (60%), followed by Rhizophora mangle L. (25%), and Laguncularia racemosa (L.) Gaertn. (15%). These results demonstrate that the mangroves forest at the Paraíba do Sul estuary has a better structural development than other mangrove sites found in the Rio de Janeiro State (e.g., those mangrove forests located at the Sepetiba and Guanabara bays).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Biologia do caranguejo-uçá, Ucides cordatus (Crustacea: Decapoda: Brachyura), na Baía da Babitonga, Santa Catarina, Brasil/ Biology of the mangrove uçá crab, Ucides cordatus (Crustacea: Decapoda: Brachyura), in Babitonga Bay, Santa Catarina, Brazil

Wunderlich, Alison C.; Pinheiro, Marcelo A. A.; Rodrigues, Ana Maria T.
2008-06-01

Resumo em português O objetivo deste estudo é caracterizar pela primeira vez alguns aspectos da reprodução do caranguejo-uçá em manguezais da Baía da Babitonga (Santa Catarina). Além disso, a densidade e o tamanho do estoque deste recurso pesqueiro foram também estimados. Os exemplares foram coletados mensalmente, de maio de 2002 a abril de 2003, em duas áreas distintas: Iperoba e Palmital; um total de 2265 espécimes (1623 machos e 642 fêmeas) foi analisado. Os machos com gônadas (mais) maturas foram registrados durante todo o ano, enquanto as fêmeas com gônadas maturas ocorreram em apenas cinco meses. As fêmeas ovígeras foram registradas apenas em dezembro e janeiro. O etograma do fenômeno de migração reprodutiva ("andada") esteve em concordância com a maior atividade de caranguejos associada às luas cheias e novas, com maior intensidade em dezembro e janeiro, relacionados ao verão austral. A densidade total no Manguezal de Iperoba foi de 2,05 ± 0,97 ind./m², não diferindo significativamente daquela registrada para o Manguezal do Palmital (2,06 ± 1,08 ind./m²) (p Resumo em inglês The aim of this work is to characterize, for the first time, aspects of the reproduction of the mandrove-land crab in mangroves of the Babitonga Bay (Santa Catarina). Furthermore, density and stock size of this fishery resource were also estimated. The specimens were sampled from May 2002 to April 2003, from two distinct locations: Iperoba and Palmital; a total of 2265 specimens (1623 males and 642 females) were analyzed. Males with mature gonads were recorded throughout (mais) the year, while females with mature gonads were only recorded during a five-month period. Ovigerous females were recorded in December and January. The ethogram of the reproductive migration phenomenon ("andada") is in agreement of high crab activity associated to full- and new-moon, with higher intensity during December and January, also related to the austral summer season. The total sampling density on Iperoba Mangrove was 2.05 ± 0.97 individuals.m-2 and did not differ significantly (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Comparação da estrutura populacional das espécies de Uca (Crustacea: Decapoda: Ocypodidae) no Manguezal de Itacuruçá, Rio de Janeiro, Brasil/ Comparison of the population structure of the species of Uca (Crustacea: Decapoda: Ocypodidae) in the mangrove of Itacuruçá, Rio Janeiro, Brazil

Bedê, Luciane M.; Oshiro, Lídia M. Y.; Mendes, Luziane M. D.; Silva, Alessandra A.
2008-12-01

Resumo em português Este trabalho foi realizado no Manguezal de Itacuruçá, na Baía de Sepetiba com o objetivo de analisar a estrutura populacional das espécies de Uca Leach, 1814. Foram realizadas coletas de junho/2005 a maio/2006, durante as marés baixas. Os caranguejos foram capturados manualmente por duas pessoas e durante 15 minutos. Um total de 2580 animais foi coletado, sendo 1465 machos e 1115 fêmeas. Com relação ao tamanho dos indivíduos, observou-se que os animais do Mangue (mais) zal de Itacuruçá, de maneira geral, apresentam tamanhos menores que os encontrados em outros manguezais do Brasil. Contudo, os machos atingiram tamanhos maiores do que as fêmeas. A distribuição de freqüência em todas as classes de tamanho foi unimodal para a maioria das espécies, com exceção de U. thayeri Rathbun, 1900 e U. vocator (Herbst, 1804), as quais não apresentaram um padrão definido. Os machos foram mais abundantes em todas as classes de maiores tamanhos. A razão sexual diferiu significativamente da proporção 1:1, estando deslocada para uma maior freqüência de machos, com exceção de U. thayeri e U. victoriana von Hagen, 1987, as quais tiveram predominância de fêmeas. Resumo em inglês This study was conducted in the Itacuruçá mangrove, in the Sepetiba Bay, Rio de Janeiro, Brazil, with the objective of investigating the population structure of the species of Uca Leach, 1814. Sampling was carried out monthly from June, 2005 to May, 2006, during low tides. Crabs were captured manually by two people for a period of 15 min each. A total of 2580 crabs were obtained, of which 1465 were males and 1115 were females. The size of the fiddler crabs in the mangro (mais) ve of Itacuruçá were the smallest reported so far in Brazilian mangroves. However, males attained a larger size than females. The size frequency distribution was unimodal for most of species, with the exception of U. thayeri Rathbun, 1900 and U. vocator (Herbst, 1804), which did not show a clearly-defined pattern. Males were most abundant among the largest size classes. The sex ratio differed significantly from 1:1 (male: female), most often with a higher frequency of males, except for U. thayeri and U. victoriana von Hagen, 1987, in which females were predominant.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

O efeito da salinidade no desenvolvimento larval do caranguejo - uçá, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) (Decapoda: Ocypodidae) no Norte do Brasil/ The effect of salinity on the larval development of the uçá-crab, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) (Decapoda: Ocypodidae) in Northern Brazil

Simith, Darlan de Jesus de Brito; Diele, Karen
2008-01-01

Resumo em português O presente trabalho estudou o efeito da salinidade na sobrevivência e na duração do desenvolvimento larval do caranguejo-uçá, Ucides cordatus (do estuário do Rio Caeté, Norte do Brasil), até a fase de megalopa em sete tratamentos de salinidade (0, 5, 10, 15, 20, 25 e 30). A salinidade afetou significativamente a sobrevivência das larvas zoea, no entanto não afetou a duração do desenvolvimento larval (20,77 ± 1,56 dias). Nas salinidades 0, 5 e 10 houve total m (mais) ortalidade das larvas zoea. Somente a partir da salinidade 15 observou-se um desenvolvimento completo até a fase de megalopa. A taxa de sobrevivência foi maior em salinidade 30 (72%) e menor em 15 (16%). A reduzida taxa de sobrevivência das larvas zoea de U. cordatus, em salinidades baixas, indica a necessidade de dispersão larval do estuário para as águas costeiras onde as condições de salinidade para o desenvolvimento larval são mais favoráveis. Caso contrário se não houvesse a dispersão, a reduzida salinidade das águas estuarinas no período chuvoso, causaria uma elevada mortalidade, afetando desta forma o recrutamento, a manutenção e o crescimento da população de U. cordatus nos manguezais. Resumo em inglês The present work studied the effect of salinity on the survival and duration of larval development of the mangrove crab, Ucides cordatus (from the Caeté River estuary, North of Brazil) until the megalopal phase in seven salinity treatments (0, 5, 10, 15, 20, 25 e 30). Salinity significantly affected the survival of the zoea larvae, however it did not affect the duration of the larval development (20.77 ± 1.56 days). In salinity 0, 5 and 10 all zoea larvae died. Only fro (mais) m off salinity 15, complete development until the megalopal phase occurred. The survival rate was highest in salinity 30 (72%) and lowest in 15 (16%). The reduced survival rate of the U. cordatus zoea larvae, in low salinities, indicates the necessity of larval dispersion from the estuary to coastal waters, where salinity conditions for larval development are more favorable. Otherwise, if there was no dispersion, the reduced salinity of estuarine waters in the rainy season would cause a high mortality thereby affecting the recruitment, maintenance and growth of the U. cordatus population in the mangroves.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Análise faciológica e estratigráfica da planície costeira de Soure (margem leste da ilha de Marajó-PA), no trecho compreendido entre o canal do Cajuúna e o estuário Paracauari/ Faciological and stratigraphical analysis of Soure's coastal plain (eastern Marajó island-Pará), between Cajuúna channel and Paracauari estuary

França, Carmena Ferreira de; Souza Filho, Pedro Walfir Martins e; El-Robrini, Maâmar
2007-06-01

Resumo em português A planície costeira de Soure, na margem leste da ilha de Marajó (Pará), é constituída por áreas de acumulação lamosa e arenosa, de baixo gradiente, sujeitas a processos gerados por marés e ondas. Suas feições morfológicas são caracterizadas por planícies de maré, estuários, canais de maré e praias-barreiras. A análise faciológica e estratigráfica de seis testemunhos a vibração, com profundidade média de 4 m, e de afloramentos de campo permitiu a car (mais) acterização dos ambientes deposicionais, sua sucessão temporal e sua correlação lateral, a elaboração de seções estratigráficas e a definição de uma coluna estratigráfica. Foram identificadas cinco associações de facies: (1) facies de planície de maré, (2) facies de manguezal, (3) facies de barra de canal de maré, (4) facies de praia e (5) facies de duna. A história sedimentar da planície costeira de Soure é representada por duas sucessões estratigráficas: (1) a sucessão progradacional, constituída pelas associações de facies de planície de maré, manguezal e barra de canal de maré; e (2) a sucessão retrogradacional, formada pelas associações de facies de praia e de duna. Essas sucessões retratam uma fase de expansão das planícies de maré e manguezais, com progradação da linha de costa (Holoceno médio a superior), e uma posterior fase de retrogradação, com migração dos ambientes de praias e dunas sobre depósitos lamosos de manguezal e planície de maré, no Holoceno atual. A história deposicional da planície costeira de Soure é condizente com o modelo de evolução holocênica das planícies costeiras do nordeste paraense. Resumo em inglês Soures's coastal plain, eastern Marajó island (Pará), is formed by muddy and sandy deposits, low gradient areas submitted to tidal and wave processes. The morphological features are tidal flats, estuaries, tidal channels and barrier-beach ridges . The faciological and stratigraphical analysis of six vibra-core with medium deph of four meters and from outcrops allowed a caracterization of depositional environments, temporal sequence and spacial corelation, the elaboratio (mais) n of stratigraphical seccions and column. Were identified five facies associations: (1) tidal flat facies, (2) mangrove facies, (3) tidal channel bar facies, (4) beach facies and (5) dune facies. The sedimentary history of the Soure coastal plain is represented by two stratigraphical successions: (1) progradational succession (tidal flat, mangrove and channel bar facies association) and (2) retrogradational succession (beach and dune facies association). These successions are related to a expansion phase of tidal flats and mangroves with progradation of the coastline (Middle/Late Holocene) and a posterior retrogradation phase with landward migration of the shoreline (Late Holocene). The depositional history of the Soure coastal plain is related to the holocenic evolution model of the northeast coastal plains of Pará.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Dinâmica de ocupação espacial de áreas contíguas (período 1987-2008) e sua relação com tensores de origem antrópica no manguezal do Rio Cachoeira, Ilhéus, Bahia/ Spatial occupation dynamic of the adjacencies areas (period 1987-2008) and your relation with anthropic tensors in the mangrove forest at Cachoeira River, Ilhéus, Brazil

Martins, Patrick Thomaz de Aquino; Wanderley, Lilian de Lins
2009-08-01

Resumo em português O presente trabalho tem como objetivo identificar, por meio de técnicas de geoprocessamento, alterações espaciais ocorridas no manguezal do Rio Cachoeira, Ilhéus, Bahia, e áreas adjacentes, no período de 21 anos, correlacionando-as com elementos de origem antrópica. Foram identificadas e mapeadas quatro classes temáticas: manguezal, água, urbano e sistemas adjacentes. Ao longo dos anos houve o avanço da área urbana em detrimento das de manguezal e dos demais si (mais) stemas adjacentes, aumentando concomitantemente a pressão antrópica sobre os mangues. Problemas de ordem econômica e conseqüente flutuação da população no município ocasionaram a ocorrência de diversas formas de supressão do mangue, através de corte e aterramento, além de lançamento de resíduos de resíduos sólidos e outras intervenções associadas à baixa qualidade de vida no entorno do manguezal. Em contrapartida, houve a conservação de parte do mangue, devido ao difícil acesso na margem oposta à cidade e à presença de Reserva Particular do Patrimônio Natural. O avanço das pressões antrópicas identificados no período e a atual situação vão contra a possibilidade de regeneração natural do ecossistema. Mesmo se eliminando o fator estresse, o metabolismo do sistema poderá apresentar implicações negativas irreversíveis. Permanecendo o ritmo e a forma de alteração registrada nos últimos anos, o ganho de território sobre os manguezais do Rio Cachoeira dificilmente será interrompido. Assim, o município ganha território, e perde um ecossistema de inestimável valor, podendo acarretar problemas sociais em futuro próximo. Resumo em inglês This work aims to identify, by geoprocessing techniques, spaces changes occurred in the Cachoeira River mangrove, Ilhéus, Bahia, and adjacent areas during the period of 21 years, correlating it with elements of anthropogenic origin. Four thematic categories were identified and mapped: mangrove, water, urban, and adjacent systems. Over the years there was the advance of the urban area at the expense of the mangrove and other adjacent systems, concurrently increasing the h (mais) uman pressure on the mangroves. Problems of economic order and the consequent fluctuation of the population in the city caused the occurrence of various forms of suppression on the mangrove, such as cutting, landfill, launch of solid waste, etc. associated with low quality of life around the mangrove. In contrast, there was the conservation of the mangrove due to difficult access on the opposite shore of the city, in association with the presence of Private Reserve of Natural Heritage. The advancement of human pressures identified in the current situation go against the possibility of natural regeneration to the ecosystem. Even eliminated the stress factor, the metabolism of the system may present negative irreversible implications. Maintaining the pace and pattern of the recorded change in the last years, the gain of territory on the Cachoeira river mangroves hardly will be interruped in the coming years. Thus, the county gained territory and loses an inestimable and valuable ecosystem and can cause social problems in the near future

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

A ecdise do caranguejo-uçá, ucides cordatus l. (decapoda, brachyura) na visão dos caranguejeiros

da Nóbrega Alves, Rômulo Romeu; Kioharu Nishida, Alberto
2002-03-01

Resumo em português O caranguejo-uçá (Ucides cordatus) desempenha relevante papel ecológico e destaca-se na economia como um dos recursos mais explorados nos manguezais brasileiros. Os catadores de caranguejo detêm um amplo conhecimento acerca da biologia desse crustáceo e dos fatores abióticos relacionados ao seu ciclo de vida. O objetivo deste trabalho foi investigar a percepção ambiental do catador sobre os fatores abióticos e o comportamento do caranguejo durante o processo de e (mais) cdise, no manguezal do estuário do rio Mamanguape, Paraíba, Brasil. Segundo os catadores, o processo de muda do caranguejo apresenta uma estreita relação com as fases da lua e variações do nível das marés. Eles usam o termo "embatumamento" para designar todo o processo que envolve a muda, quando o caranguejo enterra-se, fechando a abertura de sua galeria para troca do exoesqueleto. Baseado em depoimentos de catadores experientes foi realizado um estudo de caso, onde o conhecimento empírico foi confrontado com dados científicos. Os resultados evidenciaram a existência uma sobreposição entre a afirmação empírica dos catadores e os dados observados cientificamente, sendo comprovado que o início e final do processo de muda acontece quando a amplitude entre as marés alta e baixa começa a diminuir (maré de quebramento). Constatou-se que o processo de muda dessa espécie, no seu habitat natural, dura em torno de 28 a 29 dias. Diante disso, torna-se evidente que o conhecimento dos catadores pode subsidiar estudos científicos e deve ser considerado quando da elaboração de medidas que visem a regulamentação da captura do caranguejo-uçá. Resumo em espanhol El cangrejo uçá (Ucides cordatus) desempeña un relevante papel ecológico y se destaca en la economía como uno de los recursos mas explotados en los manglares brasileños. Los recolectores de cangrejos poseen un amplio conocimiento acerca de la biología de ese crustáceo y de los factores abióticos relacionados a su ciclo de vida. El objetivo de este trabajo fue investigar la percepción ambiental del recolector acerca de los factores ambientales y del comportamient (mais) o del cangrejo durante el proceso de ecdisis en el mangle del estuario de Mamanguape, Paraíba, Brasil. Según los recolectores, el proceso de muda del cangrejo presenta una estrecha relación con las fases lunares y las variaciones del nivel de las mareas. Ellos usan el término "embatumamento" para designar todo el proceso que envuelve la muda, cuando el cangrejo se entierra cerrando la abertura de su galería para cambiar el exoesqueleto. Basado en declaraciones de recolectores experimentados fue realizado un estudio de caso donde el conocimiento empírico fue confrontado con datos científicos. Los resultados evidenciaron la existencia de una sobreposición entre la afirmación empírica de los recolectores y los datos observados científicamente, siendo comprobado que el inicio y el final del proceso de muda ocurre cuando la amplitud entre la marea alta y la baja comienza a disminuir (marea "de quebramento"). Fue constatado que el proceso de muda de esa espécie en su hábitat natural dura aproximadamente de 28 a 29 días. Delante de esto, es evidente que el conocimiento de los recolectores puede apoyar estudios científicos y debe ser considerado al elaborar medidas que apunten a la reglamentación de la captura del cangrejo "uçá". Resumo em inglês The mangrove crab (Ucides cordatus) has a relevant ecological role and is one of the most exploited resources in Brazilian mangroves. Crab collectors possess a substantial knowledge about the biology of that crustacean and about the abiotic factors related to its life cycle. This paper aimed to investigate the crab collector’s perception of the environmental factors and the behaviour of the mangrove crab during moulting in the estuary of the Mamanguape river, Paraíba St (mais) ate, Brazil. According to the collectors, moulting has a close relation to the lunar and tidal cycles, and they use the term "embatumamento" to designate the entire process. Based on data obtained through experienced crab collectors, we confronted scientific and empirical knowledge about the moulting process, and the results revealed an overlap between these two sources of information. Moulting starts and ends when the amplitude between high and low tides starts to be reduced, and lasts about 28-29 days. Collector’s knowledge can aid scientific studies and should be taken into consideration when regulatory measures are proposed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Aspectos socioeconômicos e percepção ambiental dos catadores de caranguejo-uçá ucides cordatus cordatus (l. 1763) (decapoda, brachyura) do estuário do rio mamanguape, nordeste do brasil

da Nóbrega Alves, Rômulo Romeu; Kioharu Nishida, Alberto
2003-01-01

Resumo em português Resumo A espécie Ucides cordatus, popularmente conhecida como caranguejo-uçá, é um dos recursos mais extraídos pelas comunidades que vivem em áreas próximas aos manguezais paraibanos. Os catadores de caranguejo são grupos economicamente marginais, extremamente pobres e pouco reconhecidos entre outros pescadores artesanais. O presente trabalho tem a finalidade de caracterizar o perfil socioeconômico dos catadores de caranguejo, obtendo-se também informações sob (mais) re meios de produção, comercialização, percepção e interação desses trabalhadores com o ambiente. Foi realizada uma amostragem estratificada, com a aplicação de 70 questionários semi-estruturados a catadores de caranguejo-uçá de quatro comunidades situadas ao longo do estuário do rio Mamanguape. Foram realizadas ainda entrevistas abertas e observações de campo. O quadro socioeconômico delineado evidenciou a situação de exclusão social a que a categoria dos catadores de caranguejo está submetida. As moradias geralmente são de taipa e apesar de geralmente serem servidas de água e luz, não existe esgotamento sanitário. O analfabetismo é predominante e as condições de assistência médico-odontológica são precárias. Apesar das dificuldades inerentes à profissão de catador, os depoimentos evidenciam o extremo reconhecimento e respeito que esses trabalhadores demonstram pelo manguezal. A situação de marginalidade social, o conhecimento e a percepção do catador são fatores importantes que devem ser considerados, quando forem feitas propostas de manejo da espécie Resumo em espanhol Resumen La especie Ucides cordatus, popularmente conocida como cangrejo "uçá" es uno de los recursos más explotados por las comunidades que viven en áreas próximas a los manglares paraibanos. Los recolectores de cangrejo son grupos económicamente marginales, extremadamente pobres y poco reconocidos entre otros pescadores artesanales. El presente busca caracterizar el perfil socioeconómico de los recolectores de cangrejo, obteniéndose también informaciones sobre m (mais) edios de producción y comercialización, y la percepción e interacción de esos trabajadores con el ambiente. Fue realizada una muestra diferenciada con la aplicación de 70 cuestionarios semi-estructurados de los recolectores de cangrejo "uçá" de cuatro comunidades situadas a lo largo del río Mamanguape. Además, fueron realizadas entrevistas abiertas y observaciones de campo. El cuadro socio-económico delineado evidenció la situación de exclusión social a que la categoría de los recolectores de cangrejo está sometida. Las casas generalmente son de barro y a pesar de tener los servicios de agua y luz, generalmente no tiene alcantarillado. El analfabetismo es predominante y las condiciones de assistencia médico-odontológica son precarias. A pesar de las dificultades de la profesión de recolector, las declaraciones ponen en evidencia el extremo reconocimiento y respeto que esos trabajadores demuestran por los manglares. La situación de marginalidad social, el conocimiento y la percepción del recolector son factores importantes que deben ser considerados al hacer propuestas de manejo de la especie Resumo em inglês Summary ‘Caranguejo-uçá’ (Ucides cordatus) is one of the resources most exploited by human dwellers close to mangroves, in Paraíba State, north-east Brazil. Crab gatherers are economically marginal groups of extremely poor people, not worthy of consideration by other traditional fishermen. The socio-economical profile of crab gatherers was investigated aiming to get synoptic information on crab production and commercialization, and the gatherers perception and intera (mais) ction with the environment. A stratified sampling was carried out by applying 70 partly-structured questionnaires to crab gatherers of four communities along the estuarine mangrove of the River Mamanguape. Open interviews with ‘caranguejo-uçá’ gatherers and field observations were also performed. The observed socio-economical situation reveals the social deprivation to which they are submitted. They live in wattle-and-daub houses, roofed with thatch, supplied with electricity and water, but lacking sanitation. Illiteracy is predominant and the medico-odontological conditions are quite precarious. Despite their difficulties as crab gatherers, they show acknowledgement and respect for the mangrove. The precarious socio-economical situation of crab gatherers and their environmental perceptions would be important factors to be considered in the management proposals of the ‘caranguejo-uçá’ species

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Variação temporal da estrutura dos bosques de mangue de Suape-PE após a construção do porto/ Changes on the vegetation structure of mangroves after the construction of the Suape port (PE, Brazil)

Souza, Marta Maria de Almeida; Sampaio, Everardo V. S. B.
2001-04-01

Resumo em português Para acompanhar o impacto da implantação do porto de Suape, PE, na estrutura da vegetação do mangue, foram comparados dados de 1988 e 1995, em seis áreas pouco antropizadas (PA), quatro muito antropizadas (MA), três em regeneração inicial (RI) e duas em regeneração antiga (RA). Em cada área foram alocadas seis parcelas de 10 x 10m e medidos altura das plantas e diâmetro dos caules. Quatro espécies foram encontradas, sem um padrão de zonação definido: Rhizo (mais) phora mangle L., Laguncularia racemosa (L.) Gaertn., Avicennia schauerianna Stapf. & Leechman e Avicennia germinans L. Conocarpus erecta L. apareceu apenas na transição mangue - restinga. A distribuição das espécies não teve mudanças marcantes entre 1988 e 1995 e nem diferenças nas situações de antropização. As áreas PA tiveram uma diversidade grande de estrutura (densidade, 917-5683 plantas/ha; área basal, 12,7-60,8m²/ha; diâmetros médios e máximos, 5,6-22,4 e 12-36cm; alturas médias e máximas, 6,7-16,3m e 10-18m) e mudanças, no período, indicando que tinham sofrido cortes seletivos, já sem marcas visíveis. Sem o acompanhamento no tempo, não seriam bom padrão de referência. As áreas MA tinham sinais visíveis de corte seletivo e reduções na densidade de plantas com diâmetro >10 cm e nas áreas basais. As áreas em regeneração após aterro ou alagamento, antes (RA) e depois de 1988 (RI), tinham alturas, diâmetros e áreas basais inferiores tanto aos de PA e MA, mas as de RA tinham as maiores densidades (7150-11850 plantas/ha). Portanto, oito anos não foram suficientes para sua recuperação. Resumo em inglês To monitor the impact of the Suape (PE, Brazil) port construction on the vegetation structure of the mangroves of the area, data from 1988 and 1995 were compared, using six little disturbed sites (LD), four sites undergoing selective logging (SL), three old regeneration sites (OR) and two new regeneration sites (NR). Six plots 10 x 10m were established in each site, all plants found in those in plots had for their height and stem diameter measured. Four species were found (mais) without a well defined distribution pattern: Rhizophora mangle L., Laguncularia racemosa (L.) Gaertn., Avicennia schauerianna Stapf. & Leechman and Avicennia germinans L. Conocarpus erecta L. was present in the mangrove - sand coastal transition area. The species distribution showed no marked change between 1988 and 1995 and no differences related to disturbance situation. LD sites had a large structural diversity (density, 917-5683 plant/ha; basal area, 12.7-60.8m²/ha; average and maximum diameter, 5.6-22.4 and 12-36 cm; average and maximum height, 6.7-16.3 and 10-18m) and their changes during the period indicate that selective cutting had occurred, but no signs of that could be detected. Without periodical monitoring, they would not provide an adequate reference pattern. SL sites had visible logging marks and decreases in the densities of plants with diameter > 10cm and in basal areas. Regeneration sites after flooding or filling up with earth, before (OR) and after 1988 (NR), had height, diameter and basal area lower than those of LD and SL, but OR had the highest density (7150-11850 plant/ha). Therefore, 8 years were not enough for recovery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Utilização do Sig na delimitação das áreas de preservação permanente (APP's) na Bacia do Rio Sagrado (Morretes/PR)/ Use of Gis in the delimitation of mandatory preservation areas in the hydrographic Basin of Sagrado River (Morretes/PR)

Nowatzki, Alexei; Santos, Leonardo José Cordeiro; Paula, Eduardo Vedor de
2010-04-01

Resumo em português O presente trabalho se enquadra no Programa CAD (Contaminantes, Assoreamento e Dragagem) no Estuário de Paranaguá/PR, tendo por objetivo a utilização do SIG (Sistema de Informações Geográficas) para a delimitação das Áreas de Preservação Permanente (APP's), na bacia hidrográfica do Rio Sagrado (Morretes/PR). Como etapa preliminar efetuou-se o estudo da legislação brasileira vigente (Código Florestal e resoluções CONAMA) no que se refere à delimitação (mais) das APP's. Em seguida, por meio do software ArcGIS 9.2, foram delimitadas as seguintes categorias de APP: 1) nascentes, 2) mata ciliar, 3) entorno de reservatórios, 4) topo de morros, 5) topo de montanhas, 6) linhas de cumeada, 7) encostas acima de 45 graus de declividade e 8) mangues. A utilização do SIG mostrou-se uma eficiente ferramenta para delimitação das Áreas de Preservação Permanente, a partir dos resultados verificou-se a existência de dois grupos de APP's: o primeiro representado pelo conjunto das categorias 1, 2, 3 e 8 com 51,9% do total mapeado e um segundo representado pelo conjunto das categorias 4, 5, 6 e 7, com 48,1% do total das APP's da bacia. A APP de Mata Ciliar possui a maior representatividade com 28,9km² tendo como principal funcionalidade ambiental a preservação dos recursos hídricos. Resumo em inglês This paper fits within the CAD program (Contaminants, Siltation and Dredging in the estuary of Paranaguá/PR) purposing the application of GIS (Geographic Information System) in delimitation of Mandatory Preservation Areas (APP's) in the hydrographic basin of Sagrado River (Morretes/PR). As a preliminary stage, it was effectuated the study of the current Brazilian legislation (Forest Code and CONAMA resolutions) concerning to the delimitation of Mandatory Preservation Are (mais) as (APP's). Then, using the software ArcGis 9.2, it was delimitated the following classes of APP: 1) water spring, 2) riparian forest, 3) around tanks, 4) top of hills 5) top of mountains, 6) ridge lines, 7) slopes above 45 degrees and 8) mangroves. The application of GIS proved to be an efficient tool for the Mandatory Preservation Areas' delimitation, from the results it was verified the existence of two APP's groups: the first one represented by the set of categories 1, 2, 3 and 8 with 51,9% of the whole mapping, and a second group witch is represented by the set of categories 4, 5, 6 and 7, with 48,1% total of the basin's APP's. The riparian forest APP has the biggest representation, with 28,9km² having as the main environmental functionality the preservation of water resources.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Reprodução do peixe-rei, Atherinella brasiliensis (Quoy & Gaimard) (Atheriniformes, Atherinidae), em uma planície de maré adjacente à gamboa do Baguaçu, Baía de Paranaguá, Paraná, Brasil/ Reproduction of silverside, Atherinella brasiliensis (Quoy & Gaimard) (Atheriniformes, Atherinidae), in a tidal flat fringed by the mangroves of Baguaçu, Paranaguá Bay, Paraná, Brazil

Favaro, Luís Fernando; Lopes, Sabine de C. G.; Spach, Henry Louis
2003-09-01

Resumo em inglês The present study investigated the reproductive biology of silverside, Atherinella brasiliensis (Quoy & Gaimard, 1825) in a tidal flat of Paranaguá Bay, littoral of Paraná State, Brazil. Fish were captured monthly from November 1998 to October 1999 by the mean of a seine-net. For each individual, total body length, total weight, sex, and gonadal weight were recorded. Gonadal development stages were also defined based on the histological examination of the ovaries and on (mais) the visual aspects of the testes. It was defined that the reproductive period of A. brasiliensis extends from June to December, based on he analyses of individual gonadosomatic index (GSI) values distribution in relation to the sampling periods, on the monthly variation of the GSI mean values (Curve of Maturation), both for males and females, and on the monthly variation of the relative frequencies of the female maturation stages. During this period, matured, partially spawned and spent females were found in higher frequencies in comparison to the other months. The sizes at first maturation were defined as 7,61cm and 6,92cm for females and males, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Palinologia holocênica do testemunho Bom Jesus, margem leste da ilha do Marajó, Pará, Amazônia/ Palynological study of Holocene sediments of Bom Jesus core, east margin of the Marajó Island, Pará, Amazonia

Rodrigues, Lívia Cardoso da Silva; Senna, Cristina do Socorro Fernandes de
2011-03-01

Resumo em português A porção superior (1,25m) do testemunho de sondagem Bom Jesus (TBJ), coletado no limite campo-mangue da Fazenda Bom Jesus, município de Soure, ilha do Marajó, Pará, Brasil, foi estudada através de análise palinológica de alta resolução objetivando a determinação da composição, abundância e diversidade de tipos polínicos bioindicadores de modificações na paleovegetação durante o Holoceno. 16 amostras sedimentares de 2cm³ foram tratadas de acordo com me (mais) todologia padrão em palinologia. Os programas Tilia e Tilia Graph foram utilizados para a construção dos diagramas palinológicos de abundância e concentração. A base do testemunho foi datada por 14C em 2730 ± 40 anos A.P. Foram definidas três zonas palinológicas. A presença de pólen de Rhizophora com abundância máxima de 88% apontou dominância de mangue ao longo de todo o testemunho sedimentar. Variações recorrentes na hidrodinâmica da baía do Marajó, caracterizadas por pulsos erosivos de curto período, parecem ter provocado redução na dominância de mangue. O incremento na abundância de tipos polínicos bioindicadores de campo inundável associados a elementos de restinga e floresta, evidenciam a migração do campo inundável sobre o manguezal. Os dados indicam correlação com outros registros polínicos holocênicos de transgressão marinha para a costa norte amazônica no Holoceno Superior. Resumo em inglês The upper portion (1.25 m) of the sediment core Bom Jesus (TBJ), was collected in the field-mangrove limit of Bom Jesus Farm, municipality of Soure, island of Marajó, Pará, Brazil, was studied through pollen analysis high resolution aimed at determining the composition, abundance and diversity of the pollen types bioindicators of changes in the palaeobotany. 16 samples of sedimentary 2cm³ were treated according to standard methodology. Tilia and Tilia Graph software we (mais) re used for to construct abundance and concentration palinological diagrams. The core base was dated by 14C in 2730 ± 40 years AP. Three palynological zones were identified. The mangrove ecosystem was dominant all sedimentary sequence of the TBJ core and was represented mainly for Rhizophora pollen type, which reaches 88% of the maximum relative abundance. Variations applicant hydrodynamics in the Marajó bay, characterized by short pulses of erosive period, seem to have caused reduction in the dominance of mangroves. The increase in the abundance of types growth bioindicators of field associated with elements of swamp forest and restinga, indicate the migration of the field on the mangrove swamp. The data show correlation with other palynological records of Holocene marine transgression to the north coast in the Upper Amazon Holocene.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Mapeamento de ambientes costeiros tropicais (Golfão Maranhense, Brasil) utilizando imagens de sensores remotos orbitais

Teixeira, Sheila Gatinho; Souza Filho, Pedro Walfir Martins e
2009-01-01

Resumo em português Este trabalho apresenta os resultados do reconhecimento e mapeamento dos ambientes costeiros da região do Golfão Maranhense, Brasil, utilizando uma abordagem metodológica que incluiu: (a) análise integrada com base no processamento digital de imagens, ópticas Landsat-4 TM e SPOT-2 HRV, de imagens SAR (Synthetic Aperture Radar) do RADARSAT-1, e dados de elevação da SRTM (Shuttle Radar Topography Mission); (b) sistema de informações geográficas; e (c) levantamento (mais) s de campo relativos à geomorfologia, topografia e sedimentologia. Os ambientes costeiros, assim mapeados foram agrupados em quatro setores: Setor 1, com pântanos salinos, pântanos de água doce, lagos intermitentes e canal estuarino; Setor 2, abrangendo tabuleiro costeiro, planície de maré lamosa, planície fluvial, planície de maré arenosa, praias de macromaré, área construída e lagos artificiais; Setor 3, com manguezal, paleodunas e planície de maré mista; e Setor 4, constituído por dunas móveis. Além disso, foram também reconhecidos lagos perenes, deltas de maré vazante e planícies de supramaré arenosas. O processamento digital e a análise visual das imagens de sensores remotos orbitais, associados ao uso de sistemas de informações geográficas, mostraram-se eficazes no mapeamento de zonas costeiras tropicais, possibilitando a geração de produtos com boa acurácia e precisão cartográfica. Resumo em inglês This paper presents the results of coastal environmental mapping of Golfão Maranhense, Brazil, using a methodological approach that includes: (a) integrated analysis based on digital image processing of Landsat-4 TM, SPOT-2 HRV, RADARSAT-1 SAR (Synthetic Aperture Radar) and SRTM (Shuttle Radar Topography Mission) data; (b) geographic information system; (c) field surveys related to geomorphology, topography and sedimentology. Mapped environments were grouped into four se (mais) ctors: Sector 1, with salt marsh, fresh marsh, estuarine channel and intermittent lake; Sector 2, embracing coastal plateau, fluvial floodplain, sandflats, macrotidal beach, urban areas, artificial lakes and mudflats; Sector 3, including, paleodunes covered with grass, mangroves and mixed intertidal banks; Sector 4, constituted by mobile dunes. In addition, perennial lakes, ebb-tidal deltas and supratidal sandflats were recognized. Digital image processing visual analysis of orbital remote sensing data in association with geographic information system, proved to be effective in tropical coastal mapping, allowing the generation of products with good accuracy and cartographic precision.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Levantamento florístico da Área de Proteção Ambiental de Jericoacoara, Ceará/ Floristic inventory of the Jericoacoara Environmental Protected Area, Ceará

Matias, Lígia Queiroz; Nunes, Edson Paula
2001-04-01

Resumo em português Estudou-se a composição florística da Área de Proteção Ambiental de Jericoacoara, Estado do Ceará, nordeste do Brasil (2°47' - 2°51'S e 40°36' - 40°24'W). O clima da região é do tipo Aw` (segundo a classificacação de Köppen) com temperaturas médias oscilando entre 35°C e 22°C, com chuvas de verão (dezembro a junho), possuindo um período de estiagem de 5 a 6 meses, frequentemente interrompido por chuvas ocasionais em setembro e outubro, e apresenta ín (mais) dice xerotérmico de Gaussen variável entre 100 e 150. As formações vegetacionais estudadas foram: vegetação com influência flúvio-marinha ou manguezal em estuários e na região de pós-praia e vegetação com influência marinha ("restingas"). Foram identificadas 87 espécies, 77 gêneros e 39 famílias. As famílias que apresentaram maior riqueza específica foram: Poaceae (13%), Cyperaceae (13%), Fabaceae (6%), Amaranthaceae (6%) e Rubiaceae (6%). Alguns aspectos relacionados a conservação ambiental na APA são discutidos. Resumo em inglês The flora of Jericoacoara Environmental Protected Area was studied in the State of Ceará, northeast of Brasil (2°47' - 2°51'S e 40°36' - 40°24'W). The Aw' type climate (Köppen classification) has mean temperatures of 22° - 35° C with rains in summer (December to June). There is a hot, dry period of 5-6 months from July to December and sporadical rains occurs in September and October. Gaussen's xerothermic index oscilates between 100 to 150. The main vegetation typ (mais) es are: the mangroves on the stuaries and beaches, the creeping psammophyte vegetation on sand dunes with aquatic macrophytes in the slacks, and the xeromorphic scrub. Eighty-seven species belonging to forthy-one families and seventy-seven genera were identified. Poaceae (13%), Cyperaceae (13%), Fabaceae (6%), Amaranthaceae (6%) e Rubiaceae (6%) were the most species-rich families. Aspects of environmental conservation within the Jericoacoara Environmental Protection Area are discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Fonte e grau da contaminação por hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) de baixa massa molecular em sedimentos da baía de Todos os Santos, Bahia

Celino, Joil José; Queiroz, Antônio Fernando de S.
2006-09-01

Resumo em português A baía de Todos os Santos (BTS), localizada no Recôncavo Baiano, é a maior baía navegável do Brasil. Com aproximadamente 450 km de extensão, sua orla é recoberta por extenso manguezal e sedimentos recentes. Esse estudo foi desenvolvido para avaliar a possibilidade do impacto ambiental crônico induzido pelos 50 anos de exposição do local à indústria do petróleo. Hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) provenientes de fonte pirolítica foram identifica (mais) dos e quantificados em uma concentração total variando entre 1 - 408.629 ng.g-1. As mais altas concentrações de HPAs foram encontradas nos portos e nas áreas de transporte. Os índices moleculares Phe/An e An/(An+Phe) foram usados para identificar a fonte de contaminação por HPAs nas estações de amostragem estudadas. Todavia as concentrações de HPAs pirolíticos foram comparáveis com aquelas de zonas contaminadas (áreas da refinaria e de extração). No geral, os sítios de amostragem na baía de Todos os Santos foram contaminados, devido ao transporte de petróleo em escala individual ao longo da baía e, também, pelo resíduo de óleos a partir de embarcações motorizadas. Resumo em inglês Todos os Santos Bay, located in Recôncavo Bahiano, is the largest navigable bay of Brazil. Its seafront has about 450 km and is covered by extensive mangroves and recent sediments. This study was undertaken to evaluate the possibility of chronic environmental impact induced by 50 years of exposure to the local petroleum industry. Polycyclic Aromatic Hydrocarbons (PAHs) from pyrolitic sources were identified and quantified in the total concentration range 1 - 408.629 ng.g (mais) -1. The highest contents of PAHs were found in the harbors and transportation areas. Phe/An and An/(An+Phe) molecular indices were used to identify the PAH contamination source in the studied sampling stations. It was found that the pyrolitics PAHs concentrations were comparable with those of contaminated zones (refinery and extraction areas). In general, the Todos os Santos Bay sampling sites were contaminated, due to the petroleum trade on an individual scale along the Bay, and also waste oils from motorized boats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Estratigrafia da sucessão sedimentar Pós-Barreiras (Zona Bragantina, Pará) com base em radar de penetração no solo/ Stratigraphy of the Pós-Barreiras sedimentary succession (Bragantine Zone, Pará) based on ground penetrating radar

Rossetti, Dilce F.; Góes, Ana M.; Souza, Lena S. B.
2001-08-01

Resumo em português Investigação pioneira aplicando Radar de Penetração no Solo (GPR) na área da Praia do Atalaia, norte do Brasil, nos permitiu caracterizar, pela primeira vez, fácies e estratigrafia dos depósitos conhecidos informalmente como Sedimentos Pós-Barreiras (Plioceno e mais recente). Esta sucessão sedimentar recobre discordantemente o embasamento miocênico, representado pelas formações Pirabas/Barreiras. Três unidades estratigráficas foram reconhecidas. A Unidade 1, (mais) inferior, consiste em um intervalo com 6 m de espessura média dominado por reflexões pobremente definidas e de baixa amplitude, e que intergradam com reflexões de média escala dos tipos tangencial, obliquo e hummocky. A Unidade 2, intermediária, possui cerca de 9 m de espessura e inclui, principalmente, reflexões oblíquas de larga escala, cujas configurações variam de paralela, tangencial, sigmoidal a sigmoidal-complexa. A Unidade 3, superior, corresponde a um intervalo entre 3,5 e 9 m de espessura, sendo dominada por reflexões hummocky, seguidas por reflexões de média escala dos tipos oblíquo, paralelo a sub-paralelo, e em corte-e-preenchimento. A análise da configuração das reflexões internas e geometria das reflexões nos leva a propor que a unidade correspondente aos Sedimentos Pós-Barreiras é mais variável faciologicamente que inicialmente imaginado, incluindo depósitos eólicos (dunas costeiras), bem como depósitos de cordão litorâneo, planície de maré, canal e mangue. Além disto, o mapeamento das três unidades descritas acima é importante para desvendar a complexidade de sedimentação versus erosão durante o Neógeno tardio no norte do Brasil. Resumo em inglês Ground penetrating radar (GPR) is a geophysical method that consists in the emission of electromagnetic waves of high frequency (between 10-2500 Mhz). This equipment has been increasingly applied for mapping of physical properties and chemical compositions of rocks at shallow depth, as well as for stratigraphic and facies analysis. The application of this methodology in Brazil is still reduced to a few studies, mostly emphasizing soil stratigraphy and eolian paleoenvironm (mais) ents. However, previous studies undertaken in northern Brazil have demonstrated that, in combination with traditional studies using outcrop data, the GPR might be a powerful additional tool to help correlating sedimentary successions and reconstruct depositional environments throughout the Neogene in the Bragantina Zone. In this paper, we will document a pioneer investigation applying a SYR-2 GPR system (Geophysical Survey Systems Inc.) in the Praia do Atalaia area, Salinópolis, northern Brazil, which allowed us to characterize, for the first time, facies and stratigraphy of the deposits known informally as Pós-Barreiras Sediments (Pliocene and younger). The equipment was operated using a 200 Mhz monostatic antenna in continuous mode. The acquired sections were processed using the RADANWIN software in order to increase the reflection resolution and thus allow a refined interpretation of the sections. Based on this procedure, it was noticed that the studied sedimentary succession overlies unconformably the Miocene basement, represented by the Pirabas/Barreiras formations. Three stratigraphic units were also distinguished. The lowermost Unit 1 consists of an interval up to 6 m thick dominated by poorly-defined, low amplitude reflections, which intergrade with medium-scale, tangential oblique and hummocky reflections. This unit revealed to be discontinuous throughout the studied radar sections, occurring mainly where the Miocene basement is depressed. The middle Unit 2 is circa 9 m thick and mostly includes large-scale oblique reflections varying in style from parallel, tangential, sigmoidal to sigmoidal-complex. The two latter ones might reach up to 7 m thick. A strong, high amplitude and laterally continuous reflection marks the top of Unit 2, forming a bounding surface having local depressions of up to 40 m in relief. The uppermost Unit 3 corresponds to an interval ranging from 3.5 to 9 m thick, which is dominated by hummocky reflections, followed by medium-scale oblique, parallel to sub-parallel and cut and fill reflections. The GPR data allows the interpretation that the Pós-Barreiras Sediments were unconformably deposited over the Miocene deposits, as revealed by the mapping of an erosional bounding surface at the base of Unit 1. In addition, the analysis of internal reflection configurations and reflection geometries led us to propose that the Pós-Barreiras Sediments is more variable in terms of facies than previously thought, including eolian deposits (coastal dunes), as well as beach ridge, tidal flat, channel and mangrove deposits. Furthermore, the mapping of the three stratigraphic units described above is important to unravel the complexity of sedimentation versus erosion during the latest Neogene in northern Brazil. The conclusions obtained from the GPR data lead to suggest a drop in relative sea level after the end of the Miocene-lower Pliocene in the Bragantina Zone, which was followed by a transgression and deposition of Unit 1 along embayments and adjacent eolian dunes and/or beach ridges. Renewed phase of relative sea level drop took place, which led to erosion of the uppermost portions of Unit 1, forming a bounding surface that is locally cut by fluvial channel scouring. Large-scale eolian dunes laterally intergraded with tidal flat, filling the depressions formed by channel erosion during a subsequent transgressive phase. At least one more drop in relative sea level appears to have taken place in the study area, as revealed by the discontinuity surface between units 2 and 3, which is in turn mantled by modern sedimentation along mangroves, tidal channels and coastal dune environments.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Composição ictiofaunística da área de manguezal da Baía de Guaratuba, Paraná, Brasil/ Fish faunal composition of the mangrove area of the Guaratuba Bay, Paraná, Brazil

Chaves, Paulo de Tarso da Cunha; Corrêa, Marco Fábio Maia
1998-01-01

Resumo em inglês The Guaratuba Bay (25o52'S, 48o39'W) is the second largest estuarine system of the State of Parana, Brazil. It extended inside of the continent for about 15 km and is surrounded by mangroves. Water depth can reach up to six meters. The fish faunal composition of this area was evaluated with a bottom trawl and, occasionally, casting and gill nets. One species of Chondrichthyes and 59 of the Actinopterygii (50 genera and 28 families) were reported from the Bay. The results (mais) were not significantly different from those of the Paranagua Bay, except by the lower number of species. These differences appear related to distinct collection efforts and the extension of surveyed areas. No species can be considered endemic to the region. Tipically freshwater species were not collected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Ciclo reprodutivo do caranguejo violinista Uca rapax (Smith) (Crustacea, Brachyura, Ocypodidae) habitante de um estuário degradado em Paraty, Rio de Janeiro, Brasil/ Reproductive cicle of the fiddler crab Uca rapax (Smith) (Crustacea, Brachyura, Ocypodidae) at a degraded estuary in Paraty, Rio de Janeiro, Brazil

Castiglioni, Daniela da S.; Negreiros-Fransozo, Maria L.
2006-06-01

Resumo em português Este trabalho descreve o ciclo reprodutivo de Uca rapax (Smith, 1870) baseado em observações do seu desenvolvimento gonadal e ciclo de muda em uma área de manguezal degradado em Paraty, Estado do Rio de Janeiro. Os caranguejos foram capturados por duas pessoas mensalmente (julho/2001 a junho/2002) durante 15 minutos por meio da técnica de esforço de captura em período de maré baixa. No laboratório, os caranguejos foram mensurados quanto à largura da carapaça (LC (mais) ); sendo o sexo, a condição ovígera e o estágio gonadal anotados. Os estágios de desenvolvimento gonadal foram determinados por meio da observação macroscópica das gônadas e os estágios de muda através da observação do grau de enrijecimento do tegumento. Os caranguejos que apresentavam gônadas imaturas e rudimentares foram considerados imaturos enquanto os demais estágios gonadais, maduros. Obteve-se um total de 1558 espécimes, sendo 801 machos e 757 fêmeas (16 fêmeas ovígeras). As fêmeas ovígeras representaram apenas 3% da população, talvez pelo fato destas fêmeas permanecerem em suas tocas. Apesar de terem sido encontrados caranguejos com gônadas maduras ao longo de todo o ano, o período de maior atividade reprodutiva em U. rapax ocorre nos meses mais quentes do ano (primavera-verão). A freqüência de caranguejos em atividade de muda ao longo do período de estudo foi baixa (12,8%) em relação aos caranguejos em intermuda. Provavelmente, U. rapax permaneça entocada nesse período crítico, que é a troca do exoesqueleto. Apesar de U.rapax ocorrer em um manguezal completamente degradado, o seu ciclo reprodutivo não foi afetado, quando comparado com de áreas não degradadas estudadas anteriormente. Tal fato pode ser sustentado pela presença de caranguejos potencialmente maduros ao longo do ano todo na área de estudo. Resumo em inglês This present work describes the reproductive cycle of Uca rapax (Smith, 1870) based on observations of their gonadal development and molt cycles in a degraded mangrove area in Paraty, State of Rio de Janeiro. Two collectors captured the crabs monthly (from July 2001 to June 2002) during 15 minutes by procedure of capture per unit effort in low tide periods. Crabs were sexed, measured (carapace width - CW; 0.01 mm precision) and females were checked for eggs. Crab' stages (mais) of gonad development of both sexes were determined by direct and macroscopic observation and molt stage was estimated by the hardness of the tegument. A total of 1,558 specimens were collected, being 801 males and 757 females (16 ovigerous females). Ovigerous females accounted only about 3% of the population, perhaps because females usually remain underground in closed burrows during the incubation, which can not be seen easily in the field. Crabs with mature gonads were found year-round, but most reproduction in U. rapax occurred during the warmer months of the year (spring-summer). The frequency of crabs in molt activity was lower (12.8%) than intermolt crabs. Probably, U. rapax burrowed in this critic period that is the change of exoskeleton, minimizing the risks imposed by the occurrence of a soft skeleton. Despite of U. rapax be occurring in a properly degraded mangrove, its reproductive cycle seems to be not affected by the habitat condition, when it is compared with areas of the mangroves no impacted by human action. This fact is supported by the presence of potentially mature crabs year-round at the study area.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Biologia reprodutiva e polinização de duas espécies de Polystachya Hook. no Sudeste do Brasil: evidência de pseudocleistogamia em Polystachyeae (Orchidaceae)/ Reproductive biology and pollination of two species of Polystachya Hook. in southeastern Brazil: evidence of pseudocleistogamy in Polystachyeae (Orchidaceae)

Pansarin, Emerson R.; Amaral, Maria do Carmo E.
2006-09-01

Resumo em português A fenologia, a biologia floral e reprodutiva, e o sucesso reprodutivo de Polystachya estrellensis Rchb. f. e P. concreta (Jacq.) Garay & H.R. Sweet foram estudados em matas mesofíticas semidecíduas da Serra do Japi (Jundiaí, SP), e na planície litorânea de Picinguaba (Ubatuba, SP), respectivamente. Ambas as espécies florescem no verão. Elas são principalmente epífitas e produzem inflorescências terminais com até 150 flores não ressupinadas. As flores exalam od (mais) or cítrico suave, principalmente nas horas mais quentes do dia. Ambas as espécies foram polinizadas por pequenas abelhas nativas, solitárias e sociais, que coletam pseudopólen do labelo das flores. O polinário é depositado na face frontal da cabeça das abelhas, enquanto elas recolhem pseudopólen. Tanto P. estrellensis como P. concreta são autocompatíveis. A maioria das flores de P. estrellensis (96,7%) é cleistógama, enquanto P. concreta produz apenas flores casmógamas. As flores cleistógamas de P. estrellensis apresentam tamanho e número dos elementos florais igual ao das flores casmógamas, fenômeno conhecido como pseudocleistogamia. Todas as flores de P. concreta, assim como as flores casmógamas de P. estrellensis, necessitam de um polinizador para transferência de pólen. A taxa de frutificação de P. estrellensis em condições naturais é maior que em P. concreta, principalmente por causa do grande número de flores pseudocleistógamas produzidas. Em matas mesofíticas semidecíduas da Serra do Japi, onde a taxa de frutificação de várias espécies de orquídeas é baixa, principalmente devido à escassez de polinizadores, a estratégia apresentada por P. estrellensis é um fator que contribui para o sucesso reprodutivo da espécie, comparado com as Epidendroideae não autógamas que ocorrem na região. Resumo em inglês Phenology, floral biology, pollinators, breeding system and natural fruit set of Polystachya estrellensis Rchb. f. and P. concreta (Jacq.) Garay & H. R. Sweet were studied in mesophytic forests at Serra do Japi, and in mangroves at a seashore plain at Picinguaba, respectively. Both study areas are natural reserves in southeastern Brazil. Both species flower in summer, are epiphytes and produce terminal inflorescences with up to 150 non-resupinate flowers. The flowers prod (mais) uce a citric fragrance, mainly in the warmest hours of the day. Both species are pollinated by solitary and social small native bees, which collect pseudopollen from the lip of the flowers. The pollinarium is placed frontally on the head of the bees, when they are collecting pseudopollen. Polystachya estrellensis and P. concreta are self-compatible. The majority of flowers of P. estrellensis (96,7%) is cleistogamous, while P. concreta produces only chasmogamous flowers. The cleistogamous flowers of P. estrellensis present dimensions and number of floral elements identical to the chasmogamous, a phenomenon called pseudocleistogamy. The chasmogamous flowers of P. estrellensis, as well as all flowers of P. concreta are pollinator dependent. The natural fruit set of P. estrellensis was higher than that of P. concreta as a consequence of pseudocleistogamy. In mesophytic forests of the Serra do Japi, in which the fruit set of several orchid species is low, mainly because of pollinator scarcity, the strategy presented by P. estrellensis is an important factor that increases the reproductive success of this species, compared with to the non-autogamous members of Epidendroideae that occur in the same region.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Aspectos reprodutivos de Goniopsis cruentata (Latreille) (Crustacea, Brachyura, Grapsidae) na Baía de Sepetiba, Rio de Janeiro, Brasil/ Reproductive aspects of Goniopsis cruentata (Latreille) (Crustacea, Brachyura, Grapsidae) at the Sepetiba Bay, Rio de Janeiro, Brazil

Silva, Zilanda de Souza; Oshiro, Lídia Miyako Yoshii
2002-09-01

Resumo em inglês The objective of this study was to get some knowledge about the reproductive aspects of Goniopsis cruentata (Latreille, 1803), concerning through sex ratio, morphological sexual maturity, reproductive period, fecundity and eggs size. The crabs were collected monthly in Itacuruçá's Mangroves from November, 1997 to November, 1998. Four hundred and seven crabs were caught and they were 47% males, 36% females and 17% ovigerous females. The sex ratio was 1:1.13 (male:female) (mais) (X²= 1.54, p > 0.05). The relation of abdomen width (AW) and carapace width (CW) in females showed a positive allometric grow (b = 1.36), it suggests the size onset of maturity occur from 26.0 a 29.0 mm (CW) in females. The ovigerous females occured during all the research period, except for the winter months (June to August). The size of these ovigerous females varied from 26.0 to 48.8 mm with mean size 35.1 + 5.2 mm. Individual fecundity varied from 29,975 to 142,050 eggs and mean fecundity was 74,751 ± 27 eggs. The mean diameter of the eggs was 300 ± 20 µm.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Aspectos nutricionais na vegetação de manguezal do estuário do Rio Mucuri, Bahia, Brasil/ Nutritional aspects of mangrove vegetation of the Mucuri river estuary, Bahia, Brazil

CUZZUOL, GERALDO ROGÉRIO FAUSTINI; CAMPOS, ANDRÉA
2001-06-01

Resumo em português A existência de zonas monoespecíficas é característica no manguezal do rio Mucuri, BA, onde Laguncularia racemosa L. e Rhizophora mangle L. ocupam locais sob maior influência da maré e Avicennia germinans L. está restrita a locais de salinidade mais baixa. A vegetação neste manguezal é classificada em bosques ribeirinhos (margem do rio) e bosques de bacia (interior). Parâmetros físicos e químicos do sedimento e suas relações com a concentração dos nutrien (mais) tes foliares foram associados à distribuição das espécies estudadas. Os resultados mostraram que A. germinans dominou sítios com menores valores de pH, de salinidade, de carga de troca catiônica e de silte e alto teor de argila, quando comparada às outras duas espécies estudadas. O substrato de R. mangle caracterizou-se pelos maiores teores de matéria orgânica e pela sua constituição arenosa fina. Quanto às frações granulométricas do solo, no bosque ribeirinho predominam a constituição arenosa e, no de bacia, a argilosa. Sedimentos sob A. germinans e R. mangle revelaram menores e maiores teores de macronutrientes, respectivamente, especialmente as bases trocáveis (K, Ca e Mg). Espécies restritas a sítios mais ricos em macronutrientes apresentaram menor concentração foliar desta classe de elementos químicos. Nesse aspecto, A. germinans acumulou maiores teores de macronutrientes enquanto L. racemosa e, especialmente, R. mangle foram mais ricas em micronutrientes. Apesar de se desenvolver em substratos mais ricos em Mn, L. racemosa acumulou o menor teor foliar desse elemento. Os valores baixos do fator de concentração de Fe e de Zn em R. mangle e de Mn em L. racemosa sugerem que essas espécies sejam melhor adaptadas a sítios com maiores concentrações desses micronutrientes. Resumo em inglês The existence of monospecific zones is characteristic of mangroves of the river Mucuri, BA, where Laguncularia racemosa L. and Rhizophora mangle L. occupy regions under higher influence of the tide and Avicennia germinans L. is limited to places with lower salinity. The mangrove vegetation can be classified in riverine forests (margin of the river) and basin forests (interior). Physico-chemical parameters of the sediment and their relationship with the concentration of fo (mais) liar nutrients were related to the distribution of the species. The results showed that A. germinans dominates sites with lower pH, salinity, charge for cationic exchange and silt values and higher clay content than the other two species. The substract of R. mangle was characterised by higher organic matter and fine sandy structure. Regarding the soil, the riverine and the basin forests presented sandy and loamy soils, respectively. Sediments of A. germinans showed the lowest macronutrient contents while R. mangle showed the highest ones, mainly in the cationic exchanges (K, Ca and Mg). Species restricted to the sites with high macronutrient contents showed lower foliar concentration of chemical elements. A. germinans accumulated higher macronutrient content while L. racemosa and specially R. mangle were higher in micronutrient. Despite of growing in richer substract in Mn, L. racemosa accumulated the smallest contents of this element in leaves. The low values of Fe and Zn concentration factor in R. mangle and of Mn in L. racemosa suggest that these species are more adapted to the occupation of sites with larger concentrations of those micronutrients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Análise comparativa da alimentação de peixes (Teleostei) entre ambientes de marisma e de manguezal num estuário do sul do Brasil (Baía de Guaratuba, Paraná)/ Study on feeding habits in estuarine fish (Teleostei) comparatively between salt marshes and mangroves in southern Brazil (Guaratuba Bay)

Chaves, Paulo de T.; Vendel, Ana Lúcia
2008-03-01

Resumo em português Estudou-se a composição da dieta de peixes em dois tipos de ambiente de áreas rasas estuarinas - marisma e manguezal, objetivando avaliar se essas formações vegetais desencadeiam na ictiofauna respostas diferentes quanto à alimentação. As seis espécies avaliadas, as mais abundantes nessas áreas, mostraram-se predominantemente planctívoras, porém com particularidades quanto ao tipo de vegetação ocupada. Na marisma, Atherinella brasiliensis (Quoy & Gaimard, 18 (mais) 25) apresentou a dieta com maior número de itens e menor similaridade em relação às demais espécies. No manguezal tal isolamento coube a Anchoa januaria (Steindachner, 1879), espécie com maior participação de Decapoda Brachyura e Decapoda não-Brachyura, e única que nesse ambiente incluiu Gammaridae na dieta. Anchoviella lepidentostole (Fowler, 1911) identificou-se com Anchoa lyolepis (Evermann & Marsh, 1900) na marisma e com Opisthonema oglinum (Le Sueur, 1818) e Harengula clupeola (Cuvier, 1829) no manguezal. Uma situação comum a marisma e manguezal registrou-se entre O. oglinum e H. clupeola, espécies com dietas praticamente restritas a Diatomacea e Copepoda. Evidenciou-se o quanto as espécies são capazes de variar sua dieta com o ambiente, provavelmente em resposta à disponibilidade local. Mais que isso, porém, constatou-se que, seja na marisma, seja no manguezal, mesmo havendo mudança nos hábitos tróficos das espécies, cada uma delas mantém um padrão de diferenças em relação às demais que compõem a assembléia, fato que possivelmente assegura a abundância e coexistência entre elas nas áreas estuarinas rasas. Resumo em inglês Diet of fish inhabiting shallow waters close to salt marshes and mangroves was analyzed in order to evaluate how different the influence of these environments on fish feeding habits is. The six studied species, the most abundant in these areas, are mainly planctyvores, however they showed particularities in each area. In salt marshes Atherinella brasiliensis (Quoy & Gaimard, 1825) presented the largest number of food items and the lowest value of similarity regarding othe (mais) r species. In mangroves these attributes were presented by Anchoa januaria (Steindachner, 1879), the main species to feed on Brachyura and non-Brachyura Decapoda, and the only one in this area that includes Gammaridae in its diet. Anchoviella lepidentostole (Fowler, 1911) showed a large affinity with Anchoa lyolepis (Evermann & Marsh, 1900) in salt marshes but a large one with Opisthonema oglinum (Le Sueur, 1818) and Harengula clupeola (Cuvier, 1829) in mangroves. Similar behaviour between salt marsh and mangrove has linked H. clupeola to O. oglinum, in which diet was composed almost integrally by Diatomacea and Copepoda. The ability of fish to change their feeding habits according to the environment is well-known worldwide; here it probably results from the availability of preys, which is supposed to be different between salt marshes and mangroves. However, it was also observed that, although food items change from salt marsh to mangrove, the relationships between species remain different in both areas, helping them to be abundant in the shallow estuarine waters.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)