Sample records for manganese 48
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 9 shown.



1

Melhoramento do trigo: III. Evidência de controle genético na tolerância ao manganês e alumínio tóxico em trigo/ Wheat breeding: III. Evidence of genetic control in the tolerance to manganese and aluminum toxicity in wheat

Camargo, Carlos Eduardo de Oliveira
1983-01-01

Resumo em português Os cultivares Siete Cerros, tolerante, e BH-1146, sensível a elevadas doses de manganês, foram cruzados, obtendo-se sementes em gerações F1 e F2 desse cruzamento. As plantas dos cultivares pais e das gerações F1 e F2 foram cultivadas em soluções nutritivas contendo doses variadas de manganês (0,11; 300; 600 e 1.200mg/litro) e testadas em outra solução nutritiva contendo 3mg/litro de alumínio. O comprimento das raízes primárias centrais das plantas dos genót (mais) ipos estudados, após quinze dias de cultivo em soluções nutritivas contendo diferentes concentrações de manganês, serviu de base para avaliar a tolerância a esse elemento. Esse comprimento, após 72 horas de crescimento em solução nutritiva normal seguidas de 48 horas de crescimento em solução nutritiva contendo 3mg/litro de alumínio, foi utilizado para a avaliação da tolerância ao alumínio. Os valores da herdabilidade em sentido amplo para a tolerância a concentrações crescentes de manganês e para 3mg/litro de alumínio foram altos, indicando que grande parte da variabilidade encontrada nas populações segregantes para tolerância ao manganês e ao alumínio foram de origem genética, sugerindo que as seleções para estas características seriam efetivas a partir das gerações F2 e F3. Os dados mostraram que seria possível transferir, por meio de cruzamento entre os cultivares BH-1146 e Siete Cerros, a tolerância ao manganês do 'Siete Cerros' para o 'BH-1146' ou a tolerância ao alumínio deste para o 'Siete Cerros'. Resumo em inglês The cultivar Siete Cerros (P1) with tolerance to manganese toxicity and the cultivar BH-1146 (P2) showing sensitivity to manganese, were crossed. It was obtained the F1 and F2 generations of this cross. P1, P2, F1 and F2, where cultivated in nutrient solutions containing 0.11, 300, 600 and 1,200mg/l of manganese and they also were tested in other nutrient solution with 3mg/l of aluminum. The length of the central primary root of plants of each genotype under study after f (mais) ifteen days being cultivated in nutrient solutions containing different manganese concentrations was used to evaluate the levels of tolerance to this element. The length of the central primary root of plants of each genotype measured 72 hours in a normal nutrient solution after a previous test in a treatment solution containing 3mg/l of aluminum was considered to evaluate the degree of tolerance to aluminum toxicity. The broad sense heritabilities values of root length considering increasing levels of manganese in the solution and 3mg/l of aluminum were high which indicated that the present variability found in the populations were in great part due to genetic origin. These results suggested that selections for tolerance to aluminum and manganese toxicities would be effective in early generations of a cross. The data showed that it would be possible to transfer by crossing BH-1146 and Siete Cerros the genetic tolerance to manganese from Siete Cerros into the BH-1146 germplasm or to obtain a Siete Cerros germplasm with aluminum tolerance from BH-1146 source.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Biossorção de cobre, manganês e cádmio por biomassas de Saprolegnia subterranea (Dissmann) R.L. Seym. e Pythium torulosum Coker & P. Patt. (Oomycetes)/ Copper, manganese and cadmium biosorption by Saprolegnia subterranea (Dissmann) R.L. Seym. and Pythium torulosum Coker & P. Patt. (Oomycetes) biomass

Souza, José Ivanildo de; Schoenlein-Crusius, Iracema Helena; Pires-Zottarelli, Carmen Lídia Amorin; Schoenlein, Norberto Carlos
2008-03-01

Resumo em português As biomassas secas dos fungos zoospóricos Saprolegnia subterranea e Pythium torulosum foram avaliadas quanto a biossorção de cobre, manganês e cádmio de soluções aquosas por meio da determinação dos índices "q" (mg de metal adsorvido por g de biomassa) e "R%" (remoção percentual). Os mais elevados índices q foram obtidos quando as biomassas foram colocadas em contato com elevadas concentrações de metais, enquanto que os maiores índices R% foram obtidos em (mais) condições de baixas concentrações (p Resumo em inglês Dried biomass of the zoosporic fungi Saprolegnia subterranea and Pythium torulosum was evaluated for copper, manganese and cadmium biosorption from aqueous solutions using the "q" (mg of adsorbed metal per g of biomass) and the "R%" (percent removal) indices. The highest q values were observed when the biomass was placed in contact with high metal concentrations, whereas the highest R% values were observed at low concentrations (p(mais) rpassed the others for copper biosorption (q = 7.48 mg/g; R% = 49.03), P. torulosum SPC 1425 biomass was the best for manganese biosorption (q = 4.13 mg/g; R% = 26.71), and S. subterranea SPC 1431 biomass was the best for cadmium biosorption (q = 6.75 mg/g; R% = 42.26). This is the first report on copper, manganese and cadmium biosorption by the biomass of these zoosporic fungi, indicating the potential to remove ions from diluted solutions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Determinação espectrofotométrica do arsênio em solo da cidade de Santana-AP usando o método do dietilditiocarbamato de prata (SDDC) modificado/ Arsenic spectrophotometric determination in soil of the Santana-AP city using the silver diethyldithiocarbamate (SDDC) modified method

Pereira, Simone de Fátima Pinheiro; Oliveira, Geiso Rafael Fonseca; Oliveira, Johny da Silva; Silva, Juliane da Silva e; Sousa Junior, Pedro Moreira de
2009-01-01

Resumo em português Várias toneladas de rejeito de manganês contendo arsênio, gerado por uma empresa de mineração, foram utilizadas como aterro de ruas da cidade de Santana-AP. A possibilidade de exposição das pessoas residentes nessas localidades levou ao estudo de quantificação de arsênio total nos solos. Após a digestão, os teores de arsênio foram quantificados por espectrofotometria de absorção molecular usando um sistema automático de geração de hidretos (HG-MAS), dici (mais) clohexilamina/CHCl3 como solvente do dietilditiocarbamato de prata (SDDC) e KBH4 como redutor. O método apresentou bons resultados com sensibilidade (ε) de 1,10 10(4) L.mol-1.cm-1, estabilidade de 2,96% e outras vantagens em relação ao método oficial. O método foi aplicado em amostras de referência de solo com recuperação de 98,82 % (N=10). As análises de solos mostraram que do total de amostras analisadas 94,74 % apresentaram concentração de arsênio acima do valor editado pela CETESB para solo residencial (50 mg.kg-1) com valor médio de 682,96 mg.kg-1, variando de 48,08 mg.kg-1 a 1.713,00 mg.kg-1 que comprova a contaminação do solo pelo arsênio. Resumo em inglês Several tons of manganese residues containing arsenic, generated by a mining company, were used as streets landfill in Santana-Ap city. The possibility of exposure of people living in these villages has led to the study of quantification of total arsenic in the soil. After digestion, the levels of arsenic were quantified by molecular absorption spectrophotometry using a hydrides generation automatic system (HG-MAS), dicyclohexilamine/CHCl3 as silver diethyldithiocarbamate (mais) (SDDC) solvent and KBH4 as reducer. The method presented good results with sensitivity (ε) of 1.10 10(4) l.mol-1.cm-1, stability of 2.96 % and other advantages in relation to the official method. The method was applied to the soil standard samples with recoveries of the 98.82 % (n=10). The soil analysis showed that 94.74 % samples showed arsenic concentrations above the value published by CETESB for residential land (50 mg.kg-1) with the average value of 682.96 mg.kg-1, ranging of 48.08 mg.kg-1 at 1,713.00 mg.kg-1 shows that the soil arsenic contamination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

INTERAÇÕES ENTRE MAGNÉSIO E MICRONUTRIENTES METÁLICOS DURANTE O DESENVOLVIMENTO DE FEIJOEIRO, EM SOLUÇÃO NUTRITIVA/ INTERACTIONS BETWEEN MAGNESIUM AND METALIC MICRONUTRIENTS DURING COMMON BEAN DEVELOPMENT IN NUTRIENT SOLUTION

Boaro, Carmen Sílvia Fernandes; Moraes, José Antonio Proença Vieira de; Rodrigues, João Domingos; Ono, Elizabeth Orika; Curi, Paulo Roberto
1999-01-01

Resumo em português Este estudo avaliou as possíveis interações entre o magnésio e os micronutrientes manganês, zinco, cobre e ferro, pela determinação de seus teores nos diferentes órgãos do Phaseolus vulgaris L. cv "Carioca", nas 5 coletas, realizadas a cada 14 dias, a partir do 25o dia após a semeadura. As plantas foram cultivadas em solução nutritiva com nível completo (48,6 mg.L-1), baixos (2,4 e 24,3 mg.L-1) e elevados (72,9 e 97,2 mg.L-1) de Mg. O delineamento experimenta (mais) l foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial. Com os níveis baixos de Mg, observou-se a diminuição do teor desse mineral nas raízes, caule e folhas e de Cu nas folhas e o aumento de Zn nas folhas e de Mn nas raízes. Com 97,2 mg.L-1 de Mg, observou-se o aumento desse elemento nas folhas, sugerindo sua absorção e translocação das raízes para a parte aérea. Nesses feijoeiros também observou-se diminuição de Cu no caule e nos frutos e de Mn nas raízes. As concentrações de Mg e Mn nas raízes variaram sempre de modo oposto, com os diferentes tratamentos utilizados. Isso sugere uma relação inversa na absorção desses nutrientes. Os resultados demonstraram uma pequena influência da variação dos níveis de Mg na solução sobre os micronutrientes que, no entanto, pode alterar o comportamento da planta. Resumo em inglês This study was carried out to evaluate interactions between magnesium and the micronutrients manganese, zinc, copper and iron, determining their concentrations in different parts of Phaseolus vulgaris L. cv "Carioca". Bean plants were grown in pots containing nutrient solutions with low ms levels (2.4 and 24.3 mg.L-1), standard (48.6 mg.L-1) and high levels (72.9 and 97.2 mg.L-1). The experimental design was a completely randomized factorial, with 5 magnesium levels and 5 (mais) samplings every 14 days, starting 25 days after sowing. Plants grown at Mg levels below 48.6 mg.L-1 had lower Mg concentration in roots, stem and leaves; lower Cu concentration in leaves; higher Zn concentration in leaves, and higher Mn concentrations in roots in comparison to the control. When magnesium level was 97.2 mg.L-1 plants had higher Mg concentration in leaves, suggesting its absorption and translocation from root to shoot. These plants also revealed lower Cu concentration in stem and fruits and lower Mn concentration in the roots. Mg and Mn concentration in roots varied always in opposite direction, suggesting an inverse relationship in the absorption of these elements. Changes in Mg levels in nutrient solution caused little effects in the concentration of micronutrients but can cause significant differences in the development of the common bean.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Matéria seca, digestibilidade in vitro e composição químico-bromatológica do capim (Paspalum notatum ) cv. 'tifton 9' com diferentes idades/ Dry matter yield, in vitro digestibility, and chemical composition of 'Tifton 9' bahiagrass (Paspalum notatum) at six ages

Vendramini, João Maurício Bueno; Haddad, Cláudio Maluf; Castro, Flávio Geraldo Ferreira; Vieira, Andrea Campmany; Heisecke, Osvaldo Ruben Peralta; Tamassia, Luis Fernando Monteiro
1999-07-01

Resumo em português Esse trabalho teve como objetivo avaliar a produção de matéria seca, digestibilidade in vitro, teores de proteína bruta e de fibras, bem como a composição mineral do capim espécie `Tifton 9', em diferentes idades de crescimento. As avaliações foram realizadas aos 20, 27, 34, 41, 48 e 55 dias após o corte de uniformização. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos completos casualizados com seis tratamentos e quatro repetições. A produção de maté (mais) ria seca variou de 188 a 593 g m-2, sendo o modelo cúbico de regressão o que melhor se ajustou (P<0,05). Os teores de fibra em detergente ácido, lignina e proteína bruta, tiveram seus valores entre 387,73 a 370,04 g kg-1, 37,56 a 26,67 e 121,33 g kg-1 a 68,88 g kg-1 respectivamente, apresentando diminuição linear (P<0,01), (P<0,10), (P<0,05) durante o período, assim como as concentrações de fósforo, que aos 55 dias atingiram 1,92 g kg-1. A digestibilidade in vitro da matéria seca e os teores de fibra em detergente neutro, potássio, cálcio, magnésio e enxofre não diferiram (P>0,05) em função das idades de crescimento da planta. As concentrações de fósforo, decresceram de forma linear, enquanto o potássio, cálcio, magnésio e enxofre não sofreram alterações em função da idade de corte (P>0,05). Dentre os micronutrientes, o ferro e o manganês não variaram (P>0,05) durante o período, enquanto os teores de cobre apresentaram diminuição linear (P<0,01) e o zinco um decréscimo quadrático (P<0,01). A produção de matéria seca, a digestibilidade e os teores de fibras e minerais apresentaram valores próximos das médias encontradas em gramíneas tropicais, enquanto o teor de proteína bruta permaneceu acima de 70 g kg-1, somente até os 48 dias, segundo o modelo de regressão. Resumo em inglês The objective of this research was to evaluate dry matter yield, in vitro digestibility, fiber protein and mineral composition of bahiagrass (paspalum notatum) `Tifton 9' clipped at six regrowth stages (20, 27, 34, 41, 48 and 55 days after staging). The experimental design consisted of randomized complete blocks with six trataments (ages) and four replications. Dry matter yield ranged from 188 to 593 g m-2, with the cubic regression having the best fit (P< 0.05). Conce (mais) ntration of acid detergent fiber, lignin, and crude protein decreased linearly (P<0.01), (P<0.10), (P<0.05) respectively from 387.73 to 370.04, 37.56 to 26.67, 121.33 to 68.88 g kg-1, as well as phosphorus concentration that attained, 1.92 g kg-1 55 days. Neutral detergent fiber concentration, in vitro digestibility at potassium, calcium, magnesium and sulphur were not affected (P>0.05) by regrowth age. Among the micronutrients, concentration of iron and manganese remained unchanged (P>0.05) during the period, whereas copper levels declined linearly and zinc levels decreased quadratically (P<0.01). Dry matter yield, digestibility and concentration of fiber components and minerals presented values similar to other tropical forages, wereas crude protein remained above 70 g kg-1, only up to the 48th day, according to the regression model.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Desempenho de bezerros da raça Nelore e cruzados desmamados recebendo concentrado em pastagem adubada de Cynodon dactylon cv. Coastcross/ Performance of weaned Nelore and crossbred calves grazing Cynodon dactylon cv. Coastcross fertilized pastures supplemented with concentrate

Cruz, Geraldo Maria da; Rodrigues, Armando de Andrade; Tullio, Rymer Ramiz; Alencar, Maurício Mello de; Alleoni, Guilherme Fernando; Oliveira, Gilson Pereira de
2009-01-01

Resumo em português Em três anos de pesquisa, avaliou-se o desempenho de bezerros desmamados de quatro grupos genéticos (Nelore; Canchim × Nelore; Angus × Nelore; e Simental × Nelore) em pastagem de Cynodon dactylon, cv. Coastcross, adubada, sob manejo rotacionado, recebendo mistura mineral ou concentrado. O concentrado foi fornecido na quantidade de 3 kg/animal/dia e continha 18,8% de proteína bruta e 81,5% de nutrientes digestíveis totais na matéria seca. A quantidade d (mais) e forragem disponível diferiu com a utilização de mistura mineral e concentrado (2.961 kg e 3.383 kg de matéria seca (MS) por hectare, respectivamente). A oferta de MS/animal/dia foi 9,9 kg/dia (3,9% PV) para mistura mineral e 9,0 kg/dia (3,3% PV) para concentrado. A forragem disponível possuía, na matéria seca, 13,6% de proteína bruta, 79,8% de fibra em detergente neutro; 62,3% de digestibilidade in vitro da matéria seca, 3,9 g/kg de cálcio, 2,0 g/kg magnésio, 2,5 g/kg de fósforo, 22,7 g/kg de potássio, 2,8 g/kg de enxofre, 9,9 mg/kg de cobre, 22,5 mg/kg de zinco, 98 mg/kg de manganês e 188 mg/kg de ferro. Foram observadas interações grupo genético × suplementação e ano × suplementação para ganho diário de peso e taxa de lotação das pastagens e ciclo de pastejo × suplementação para a taxa de lotação. O ganho diário de peso nos animais Nelore, Canchim × Nelore, Angus × Nelore e Simental × Nelore criados com suplementação do pasto com mistura mineral foi de 0,48; 0,63; 0,68 e 0,50 kg, enquanto naqueles que receberam concentrado foi de 0,87; 0,95; 0,99 e 0,95 kg, respectivamente. As médias estimadas das taxas de lotação das pastagens foram 6,1 para todos os grupos genéticos que receberam mistura mineral e 7,5; 7,6; 8,8 e 9,0 unidades animais/ha para os grupos genéticos Nelore, Canchim × Nelore, Angus × Nelore e Simental × Nelore que receberam concentrado, respectivamente. O grupo genético influencia o desempenho de bovinos em pastagem de capim-coastcross e interage com a suplementação com concentrado. Resumo em inglês In three years of research, 223 purebred Nelore and crossbred Canchim × Nelore, Angus × Nelore and Simmental × Nelore calves received either mineral mixture or 3 kg/animal/day of a concentrate, containing 18.8% crude protein and 81.5% total digestible nutrients, on a dry basis, while in a rotational grazing of Cynodon dactylon cv. Coastcross, fertilized pastures. Available forage (kg dry matter/ha) was different for paddocks of cattle receiving mineral mixt (mais) ure (2,961 kg) from those receiving concentrate (3,383 kg). However, forage dry matter allowance was higher (9.9 kg/animal/day or 3.9% of BW) for cattle receiving mineral mixture than for cattle receiving concentrate in the diet (9.0 kg/animal/day or 3.3% of BW). Available forage had, on a dry basis, 13.6% crude protein, 79.8% neutral detergent fiber, 62.3% in vitro dry matter digestibility, 3.9 g/kg Calcium, 2.0 g/kg magnesium, 2.5 g/kg phosphorus, 22.7 g/kg potassium, 2.8 g/kg sulfur, 9.9 mg/kg copper, 22.5 mg/kg zinc, 98 mg/kg manganese and 188 mg/kg iron. Statistical interactions of genetic group × supplementation and year × supplementation were observed for average daily gain and for stocking rates while a grazing cycle × supplementation interaction was observed for stocking rates. The average daily gain of Nelore, Canchim × Nelore, Angus × Nelore and Simmental × Nelore, receiving mineral mixture in the diet, were 0.48, 0.63, 0.68 and 0.50 kg, respectively, while those animals receiving concentrate in the diet, were 0.87, 0.95, 0.99 and 0.95 kg, in the same order of genetic groups. Average stocking rates of pastures grazed by all genetic groups receiving mineral mixture in the diet was 6.1 animal units/ha, while the pastures grazed by Nelore, Canchim × Nelore, Angus × Nelore and Simmental × Nelore showed values of 7.5, 7.6, 8.8 and 9.0 animal units/ha, respectively, for animals receiving concentrate in the diet. The genetic group affects performance of cattle grazing coastcross and shows interaction with supplementation of diet with concentrate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Formas químicas, disponibilidade de manganês e produtividade de soja em solos sob semeadura direta/ Chemical forms in soils and bioavailability of manganese to soybean under no-tillage

Moreira, Silvino Guimarães; Prochnow, Luis Ignácio; Kiehl, Jorge de Castro; Martin Neto, Ladislau; Pauletti, Volnei
2006-02-01

Resumo em português O trabalho foi desenvolvido com os objetivos de testar, dentre vários extratores de micronutrientes do solo, qual é o mais adequado para avaliar a disponibilidade de Mn em solos sob sistema de semeadura direta (SSD); estudar, com auxílio da ressonância paramagnética eletrônica (RPE), a interação do Mn com os ácidos húmicos (AH) de solos de locais com e sem constatações de deficiência desse nutriente, e avaliar em quais das frações do solo (trocável, orgân (mais) ica, óxido e residual) estava ligado o Mn, após sua aplicação no solo. Quatro locais foram selecionados para o estudo (Local I: Faz. Santa Rosa; II e III: Faz. Novo Horizonte e IV: Campo Experimental da Fundação ABC). Os Locais I, II e III situam-se em Tibagi, PR, e o Local IV, em Castro (PR). De modo geral, as doses de Mn aplicadas elevaram os teores de Mn nos solos, mas a concentração e a quantidade de Mn acumuladas pelas plantas de soja foram pouco influenciadas. Os teores de Mn nas frações trocável, orgânica e óxido das amostras do Local I aumentaram com as doses de Mn aplicadas no solo, tendo a maior elevação ocorrido na fração orgânica. Nessa fração, os teores aumentaram de 5,4 mg kg-1, na testemunha, para 35,1 mg kg-1, com a aplicação da maior dose. Os sinais de Mn não foram detectados por RPE nas amostras sólidas de AH (pH 3,0). A quantificação de Mn nessas amostras, após digestão nítrico-perclórica, juntamente com a observação de Mn por RPE, em amostras de AH em solução (pH 2,4), confirmou a hipótese de que o Mn presente nas amostras de AH estava na forma de ligações muito estáveis com os grupos funcionais (provavelmente carboxílicos) do AH. A ausência de efeito do Mn na produtividade da soja pode ser devida à complexação do nutriente pela MO. De forma geral, o DTPA-TEA foi o extrator mais adequado na avaliação da disponibilidade de Mn à soja. Resumo em inglês This field study had the following objectives: to determine the most appropriate micronutrient extractor to evaluate manganese bioavailability in soils under no-tillage; to evaluate the interaction of soil manganese with humic acids in soils under no-tillage with and without manganese deficiency through electronic paramagnetic resonance (EPR); and to evaluate manganese fractions (exchangeable, organic, oxides and residual) after manganese addition in soils under no-tillag (mais) e with and without previous manganese deficiency for soybean. Four sites (I to IV) were selected to study the response curve to manganese (0 to 48 kg ha-1) fertilization in soybean. Sites I to III were located in Tibagi, state of Paraná (PR), Brazil and site IV was in Castro (PR). Manganese rates affected the manganese concentrations in the soil, but not the manganese concentrations in leaves and the amount of manganese taken up by plants. Exchangeable, organic and oxide forms of manganese increased with the increasing rates applied at site I, with the largest increase being observed for the organic fraction (changed from 5.4 mg kg-1 manganese in the control to 35.1 mg kg-1 of manganese in the highest manganese dose). Manganese was not detected by EPR in the solid samples of humic acid - pH 3.0. Manganese quantification in the same samples after nitric-perchloric digestion, along clear signals of manganese detected by EPR in samples of humic acid - pH 2.4, indicated that manganese in the samples was strongly linked to the functional (probably carboxylic) groups of humic acid. The fact that there was no effect of manganese on soybean yield might be due to the complexation of the nutrient by soil organic matter. In general, DTPA-TEA was the most reliable manganese extractor to evaluate manganese availability to soybean under no-tillage.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Uma técnica de saturação de vermiculita com micronutrientes catlônicos/ A techinique of saturating vermiculite with cationic micronutrients

Kinjo, Toshiaki; Silveira, Ronaldo Ivan; Marconi, Arary; Abrahão, Ibrahim O.
1987-01-01

Resumo em português Estudou-se uma técnica de impregnar micronutrientes catiônicos, como zinco , cobre, manganês e ferro, na vermiculita. A técnica adotada foi de reagir a vermiculita ácida (saturada com Íon H+) com os hidróxidos de micronutrientes. Durante a reação, deve ocorrer neutralização do Ton H+ da vermiculita e adsorção de micronutrientes catiônicos neste mineral. Os resultados de extração dos micronutrientes obtidos com HCI 0,1 N e NH4OAc 0,5 N e pH 4,8 mostraram qu (mais) e a técnica utilizada funciona bem para o zinco e o cobre. Para o manganês, a preparação do hidróxido deve ser feita numa pH acima de 8,5 a fim de obter uma precipitação total. Quanto à impregnação do ferro, a técnica funciona. Porém, sua solubilidade no extrator de NH4OAc 0,5 N com pH 4,8 é muito baixa. Resumo em inglês The purpose of this work was to study a method of saturating vermiculite with cationic micronutrients, such as zinc, copper, manganese, and iron. The technique used was to react H - saturated vermiculite with hydroxides of micronutrients. During the reaction, there should occur neutralization of H+ ion of the vermiculite and adsorption of the micronutrients in the mineral. The results of micronutrients extracted by 0.1 N HC1 and 0.5 N NH4OAc pH 4.8 showed that the saturat (mais) ion of zinc and copper worked well. For manganese, its precipitation as hydroxide should be done in the pH greater than 8.5 in order to get total precipitation. The method also worked for the saturation of iron, but its solubility In the solution of 0.5 N NH4OAc pH 4.8 was very low.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Tolerância de cultivares de trigo a diferentes níveis de manganês em solução nutritiva/ Tolerance of wheat cultivars to different levels of manganese in nutrient solution

Camargo, Carlos Eduardo de Oliveira; Oliveira, Otávio Franco de
1983-01-01

Resumo em português Foram estudados cinco cultivares de trigo em soluções nutritivas contendo quatro níveis de manganês (0,11; 300; 600 e 1.200mg/litro), mantendo-se constante a temperatura de 25 ± 1°C e o pH das soluções igual a 4,8. A tolerância foi medida pelo comprimento médio da raiz primária central, peso seco total das folhas e das raízes de cinqüenta plantas, após serem cultivadas durante quinze dias em soluções nutritivas contendo diferentes concentrações (mais) de manganês. A presença das dosagens elevadas de manganês (300, 600 e 1.200mg/litro) foi prejudicial a todos os cultivares estudados. O 'BH-1146' foi muito sensível a 300mg/litro de manganês, enquanto os cultivares IAC-5, Alondra-S-46, IAC-17 e Siete Cerros mostraram-se tolerantes a essa concentração. O 'Siete Cerros' foi o mais tolerante à dosagem de 600mg/litro de manganês; IAC-5, Alondra-S-46 e IAC-17, moderadamente tolerantes, e BH-1146, muito sensível. Na dose de 1.200mg/litro de manganês, Siete Cerros e Alondra-S-46 foram os que apresentaram maior tolerância. Os teores de Mn em partes por milhão nas folhas aumentaram em todos os cultivares à medida que se elevaram tais teores nas soluções nutritivas, e os teores de Fe nas folhas não foram influenciados negativamente pelas diferentes dosagens de Mn nas soluções, não ocorrendo, portanto, deficiência de ferro nas plantas estudadas. A maior tolerância de 'Alondra-S-46' e 'Siete Cerros', em relação ao 'BH-1146', 'IAC-5' e 'IAC-17', parece ser devida à maior tolerância, no interior das folhas, a uma elevada concentração de manganês, e não a uma menor absorção desse elemento das soluções nutritivas. Resumo em inglês Five wheat cultivars were studied to manganese toxcity using four different levels of this element (0.11, 300, 600 and 1,200mg/l) in nutrient solution under constant temperature (25 ± 1°C) and pH 4.8. The tolerance of the plant was measured taking into account the central primary root length and the leaf and root total dry weight. The presence of high levels of manganese (300, 600 and 1,200mg/l) into the solution produced harmful effects in all wheat cultivars (mais) under study. The wheat cultivar BH-1146 was very sensitive to 300mg/l of Mn2+ and the cultivars IAC-5, IAC-17, Alondra-S-46 and Siete Cerros were tolerant to these amounts of manganese. Siete Cerros was the most tolerant to 600mg/l of Mn2+; IAC-5, Alondra-S-46 and IAC-17 were moderately tolerant and BH-1146 was very sensitive. At 1,200mg/l Siete Cerros and Alondra-S-46 showed the best tolerances. The manganese concentration in the leaves of all wheat cultivars increased when the levels of manganese increased into the nutrient solution. The iron concentrations in the leaves were not dependent of the different levels of Mn2+ into the nutrient solution so there were no iron deficiencies in the wheat plants under study. Greater tolerance to Mn2+ in Siete Cerros and Alondra-S-46 in relation to BH-1146, IAC-5 and IAC-17 appears to be due to a higher internal tolerance to high Mn2+ levels within its leaves and not to decreased Mn2+ uptake.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)