Sample records for magnoliopsida
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 7 shown.



1

Pólen de Magnoliopsida (Asteridae) e Liliopsida do perfil sedimentar de uma turfeira em São Francisco de Paula, planalto leste do Rio Grande do Sul, Sul do Brasil

Leonhardt, Adriana; Lorscheitter, Maria Luisa
2010-09-01

Resumo em português (Pólen de Magnoliopsida (Asteridae) e Liliopsida do perfil sedimentar de uma turfeira em São Francisco de Paula, Planalto Leste do Rio Grande do Sul, Sul do Brasil). O trabalho tem por finalidade fornecer material de referência para pesquisas paleopalinológicas no sul do Brasil através da análise do perfil sedimentar de uma turfeira do Planalto Leste do Rio Grande do Sul. São apresentados os grãos de pólen de Asteridae, Alismatidae, Commelinidae e Liliidae. O per (mais) fil possui 286 cm de comprimento correspondendo, aproximadamente, aos últimos 25.000 anos. O processamento químico das 22 amostras obtidas seguiu o método padrão e a análise foi feita em microscopia óptica. As descrições morfológicas, incluindo medidas dos eixos polar e equatorial, são acompanhadas de fotomicrografias e dados ecológicos do esporófito de origem. Foram identificados grãos correspondentes a 21 Asteridae, uma Alismatidae, quatro Commelinidae, três Liliidae e mais três grãos de pólen indeterminados de Angiospermas. Resumo em inglês (Magnoliopsida (Asteridae) and Liliopsida pollen of the sedimentary profile of a bog, São Francisco de Paula, Eastern Plateau of Rio Grande do Sul, Southern Brazil). This paper aims to provide data for paleopalynological research progress in southern Brazil by increasing the knowledge about the Quaternary in the region. Therefore, the palynological analysis of a sedimentary profile of a bog of Rio Grande do Sul Eastern Plateau was made and the Angiospermae pollen (Asteri (mais) dae, Alismatidae, Commelinidae and Liliidae) are presented. The profile is 286 cm long, corresponding approximately to the last 25,000 years. The chemical processing of the 22 samples obtained followed the standard methodology and the analysis was made by light microscopy. The photomicrographs are accompanied by concise morphological descriptions, including measurements of polar and equatorial axis and ecological data of the original sporophyte. Pollen corresponding to 21 Asteridae, one Alismatidae, four Commelinidae and three Liliidae were identified, beside three indeterminate pollens of Angiospermae.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Determinação da atividade citotóxica a artemia de extratos de Annonaceae

Frana, Sergio Alexandre; Suffredini, Ivana Barbosa
2002-01-01

Resumo em português A família das Annonaceae pertence à classe Magnoliopsida, subclasse Magnoliidae e ordem Magnoliales. Estima-se que existam entre 2.000 e 2.300 espécies1,2, sendo a maior de sua Ordem1. As espécies de Annonaceae são encontradas nos trópicos e são especialmente características de florestas sempre verdes de planícies em grande parte dos trópicos do velho mundo2. No Brasil, encontram-se amplamente distribuídas.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Levantamento florístico das espécies vasculares da floresta estacional mesófila semidecídua da Estação Ecológica de Paulo de Faria - SP

STRANGHETTI, VALÉRIA; RANGA, NEUSA TARODA
1998-12-01

Resumo em português Este trabalho foi desenvolvido em uma floresta semidecídua na Estação Ecológica de Paulo de Faria, no norte do estado de São Paulo, situada na margem esquerda do rio Grande (19°58’S e 49°32’W) e com área de 435,73 ha. O clima caracteriza-se por apresentar duas estações climáticas, uma seca de abril a setembro (média pluviométrica de 167 mm) e outra chuvosa, de outubro a março (média de 978 mm). O solo pertence a unidade taxonômica Latossolo Roxo, é pred (mais) ominantemente originário dos sedimentos neocretáceos da formação Bauru, com relevo suave, ondulado e razoavelmente uniforme. A floresta em estudo foi dividida em três estações de coletas, onde o levantamento florístico foi realizado através de caminhadas por toda a extensão das mesmas. Foram identificadas 201 espécies, distribuídas em 149 gêneros e 60 famílias, sendo 187 de Magnoliopsida, 10 de Liliopsida e 4 de Pteridophyta. As famílias que apresentaram maior número de espécies foram Leguminosae (14,42%), Bignoniaceae (6,00%), Euphorbiaceae (6,00%) e Apocynaceae (3,50%). Foi observada baixa similaridade florística entre a floresta em questão e aquelas incluídas em outros estudos. Resumo em inglês This survey was carried out in a semidecidual forest at the Estação Ecológica de Paulo de Faria, situated along one of the margins of the Rio Grande, in the north of the state of São Paulo (19°58’S e 49°32’W). The Estação Ecológica comprises an area of 435.73 ha. The local climate has two well defined seasons, a dry season from April to September, with a mean rainfall of 167 mm and a wet season from October to March, with a mean rainfall of 978 mm. The soil is (mais) caracterized as purpler latosol and predominantly originated from the neocretaceous sediments of Bauru formation. The area was divided into three sampling sites in order to perform the floristic survey. A number of 201 species was identified, being distributed into 149 genera and 60 families (187 were Magnoliopsida, 10 Liliopsida and 4 Pterydophyta). The families with the highest number of species were Leguminosae (14.42%), Bignoniaceae (6.00%), Euphorbiaceae (6.00%) and Apocynaceae (3.50%). A low floristic similarity between this forest and those included in other studies was observed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Estudos florísticos no município de Presidente Figueiredo, Amazonas. Brasil: I. famílias Annonaceae e Gnetaceae/ Floristic studies in township of Presidente Figueiredo, Amazonas. Brazil: I. families Annonaceae and Gnetaceae

Silva, José Augusto Coelho da; Silva, Marlene Freitas da
2006-03-01

Resumo em português O Município de Presidente Figueiredo, no Estado do Amazonas, foi visitado durante três anos consecutivos, de 1996 a 1999, com o objetivo de se obter amostras botânicas da área, para estudos no Subprojeto "Elaboração de Revisões e Monografias Taxonômicas" com a finalidade de se elaborar uma Flórula para o Município. As coleções feitas neste período encontram-se depositadas no acervo do Herbário do INPA e as informações gerais sobre os taxa aqui estudados fo (mais) ram complementadas com as obtidas das coleções feitas anteriormente por outros pesquisadores. Para a família Annonaceae Juss. (Magnoliopsida) foram identificadas 39 espécies distribuídas em 15 gêneros. Destes, Duguetia A. St. Hill., Guatteria Ruiz & Pavon, Annona L., Unonopsis R.E.Fries e Xylopia L.destacaram-se pela diversidade em espécies, sendo os dois primeiros representados por oito e seis espécies, respectivamente, e os três últimos, com quatro espécies. A família Gnetaceae Lindl. (Gimnospermae) está representada no Município apenas pelo gênero Gnetum L., com a espécie G. leyboldii Tul. Resumo em inglês The Township of Presidente Figueiredo, in the State of Amazonas, was visited for three consecutive years, from 1996 to 1999, with the aim of acquiring botanical samples from the area, in order to carry out studies in the "Taxonomic Monographies and Revisions Preparation" SubProject, for the purpose of preparing a survey of the flora. Collections pertaining to the present work are deposited at INPA's herbarium and, general information on the taxa studied here were compleme (mais) nted with those obtained from earlier collections conducted by other researchers. Thirty nine (39) species distributed into 15 genera were identified for the family Annonaceae Juss. (Magnoliopsida). Of these, Duguetia A. St. Hill., Guatteria Ruiz & Pavon, Annona L., Unonopsis R.E.Fries and Xylopia L. stood out on account of their species diversity, the former two were represented by eight and six species respectively, and the latter three by four species each. Family Gnetaceae Lindl. (Gimnospermae) is only represented in the surveyed township by genus Gnetum L., with species G. leyboldii Tul.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Lianas da estação ecológica do Noroeste Paulista, São José do Rio Preto/Mirassol, SP, Brasil/ Lianas of estação ecológica do Noroeste Paulista, São José do Rio Preto/Mirassol, SP, Brazil

Rezende, Andréia Alves; Ranga, Neusa Taroda
2005-06-01

Resumo em português Lianas são membros característicos das florestas tropicais, onde são abundantes e de grande importância ecológica. Entretanto, têm sido negligenciadas em estudos florísticos e fitossociológicos. Este trabalho apresenta as espécies de lianas da Estação Ecológica do Noroeste Paulista (EENP) e as compara àquelas encontradas em outros fragmentos florestais. A EENP (20º48'36'' S e 49º22'50'' W) está a 468 m de altitude e abrange área de 168,63 ha, composta de (mais) três fragmentos de vegetação descontínua, classificada como floresta estacional semidecidual, entremeadas por pastagens. As amostras de lianas foram coletadas realizando caminhadas na periferia e no interior da mata. Foram identificadas 105 espécies; delas, 99 são Magnoliopsida (60 gêneros e 22 famílias); e seis, Liliopsida (três gêneros e três famílias). As famílias mais ricas em espécies representaram 59% do total das lianas. A análise do dendrograma de similaridade mostrou que esta é baixa entre a Floresta Atlântica de São Paulo e aquelas localizadas no interior. Situação semelhante foi observada por outros autores na análise de similaridade com espécies de porte arbóreo, e também, entre florestas do interior e Floresta Atlântica. Resumo em inglês Lianas are characteristic, abundant and ecologically important members of tropical forest but they have been neglected in floristics and phytossociological studies. This work presents a floristic survey of the lianas species at Estação Ecológica do Noroeste Paulista (EENP), and a comparison of the list of species recorded in this work with those reported for other fragments of São Paulo state. The EENP (20º48'36'' S and 49º22'50'' W) is at 468 m of altitude and comp (mais) rises an area of 168,43 ha, divided into three fragments of vegetation. Samples of lianas were collected in the interior and along the edges of the forest fragments. It was identified 105 species: 99 Magnoliopsida (60 genera and 22 families); six Liliopsida (three genera and three families). The richest families in species comprised 59% of the total of lianas sampled. The dendrogram of similarity showed a low similarity between the forest situated in the littoral (Atlantic Forest) and those located in the interior of the state of São Paulo. Some other authors, also analysing the similarity of forest of the interior and Atlantic Forest of São Paulo state, but considering only the trees reported similar result.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Florística e estrutura do componente epifítico vascular em floresta ombrófila mista aluvial do rio Barigüi, Paraná, Brasil/ Floristic composition and structure of the vascular epiphyte component of a subtropical ombrophilous alluvial forest of Barigüi river, Paraná, Brazil/ Composição florística e estrutura do componente epifítico vascular em floresta ombrófila mista aluvial do Rio Barigüi, Paraná, Brasil

KERSTEN, RODRIGO A.; SILVA, SANDRO M.
2002-09-01

Resumo em português O estudo das epífitas vasculares foi realizado em floresta ombrófila mista aluvial do rio Barigüi, município de Araucária (25º34' S e 49º20' W); o levantamento qualitativo foi realizado em uma área aproximada de 8,6 ha. Para o estudo quantitativo foram sorteados 110 forófitos, divididos em três estratos (fuste baixo, fuste alto e copa). Em cada estrato foram atribuídas notas de abundância para as espécies epifíticas ocorrentes. No levantamento florí (mais) stico foram encontradas 49 espécies (16 de Pteridophyta, 23 de Liliopsida e 10 de Magnoliopsida), das quais 34 foram observadas na amostragem quantitativa. As famílias e gêneros mais ricos foram: Orchidaceae, Polypodiaceae e Bromeliaceae, e Pleurothallis, Tillandsia e Oncidium. As áreas de maior similaridade florística com este estudo localizam-se no município de Curitiba (PR). As espécies mais importantes quantitativamente foram Microgramma squamulosa (Kaulf.) de la Sota, Pleopeltis angusta Humb. & Bonpl. ex Kunth, Peperomia catharinae Miq. e Polypodium hirsutissimum Raddi. Em um mesmo forófito, o número de espécies ocorrentes variou de zero a 13, enquanto a soma das notas de abundância para as epífitas variou de zero a 24. A copa apresentou a maior abundância de epífitos, seguido do fuste alto e do fuste baixo. Resumo em inglês Structure and floristic composition of the vascular epiphyte component of a subtropical ombrophilous alluvial forest located along the Barigüi river, Southern Brazil (25º34' S and 49º20' W) is described. The qualitative survey was carried out in an8.6 ha area while the quantitative survey was done on 110 assorted trees. The surveyed trees were divided into tree strata (low trunk, high trunk and canopy). In each stratum, scores were given (one to three) for all (mais) of the occurring epiphytic species according to its abundance. We listed 49 vascular epiphytic species (16 Pteridophyta, 23 Liliopsida and 10 Magnoliopsida) from 28 genera spread into 12 families, however only 34 species were found for the quantitative survey. The richest families were Orchidaceae, Polypodiaceae and Bromeliaceae, while Pleurothallis, Tillandsia and Oncidium made up the richest genera. Areas presenting the closest floristic similarity with this survey are located in the Curitiba County, state of Paraná, Brasil. For the quantitative survey, Microgramma squamulosa (Kaulf.) de la Sota, Pleopeltis angusta Humb. & Bonpl. ex Kunth, Peperomia catharinae Miq.and Polypodium hirsutissimum Raddi were the most important species. The number of species found for single host-trees ranged from zero to 13 while scores for abundance (VA) ranged from zero to 24. The canopy presented the highest abundance with a VA equal to 622 (high trunk = 308 and low trunk = 110).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Composição florística e estrutura do componente epifítico vascular em floresta da planície litorânea na Ilha do Mel, Paraná, Brasil/ Floristic composition and structure of the vascular epiphyte component of the coastal plain forest of "Ilha do Mel", Paraná, Brazil

KERSTEN, RODRIGO DE ANDRADE; SILVA, SANDRO MENEZES
2001-06-01

Resumo em português O estudo das epífitas vasculares foi realizado em uma área de 3.000 m² de floresta na planície litorânea na Ilha do Mel (25°30’ S 48°23’ W); o levantamento qualitativo foi realizado em toda a área; para o estudo quantitativo, foram sorteados 100 forófitos, divididos em intervalos de 2 m a partir do solo. Em cada intervalo, registraram-se todas as espécies epifíticas ocorrentes, sendo estimado o valor de importância epifítico a partir das freqüências nos e (mais) stratos, nos forófitos e nas espécies forofíticas. No levantamento total, foram encontradas 77 espécies (16 de Pteridophyta, 53 de Liliopsida e 8 de Magnoliopsida), das quais 70 foram amostradas nos forófitos analisados. As famílias mais ricas foram Orchidaceae, Bromeliaceae e Polypodiaceae e os gêneros foram Vriesea, Encyclia e Maxillaria. A área com maior similaridade florística com este estudo localiza-se no Município de Torres (RS). As espécies mais importantes quantitativamente foram Microgramma vaccinifolia, Codonanthe gracilis, Epidendrum latilabre e E. rigidum. As espécies amostradas foram agrupadas em três categorias quanto à preferência por intervalos de altura: exclusivas, preferenciais e indiferentes. O número de ocorrências de epífitos em um mesmo forófito variou de 1 a 35, enquanto o número de espécies variou de 1 a 21 (médias 14 ± 7,6 e 10 ± 4,6, respectivamente). Os primeiros estratos (0-2 m, 2-4 m e 4-6 m) foram os mais ricos em espécies epifíticas. As espécies forofíticas com maior número de ocorrências foram Andira fraxinifolia e Ternstroemia brasiliensis, e com maior número de espécies Ocotea pulchella e Guapira opposita. Quanto à fidelidade sobre espécies forofíticas, foram encontradas espécies epifíticas exclusivas, preferenciais e generalistas, esta incluindo a maioria das espécies amostradas. Resumo em inglês This study was carried out in a 3,000 m² area of coastal plain forest at "Ilha do Mel" (25°30’ S; 48°23’ W). The qualitative survey was carried out on the whole area, while the quantitative survey was done on 100 assorted trees, separated into two meters-high strata starting from the ground level. In each strata we recorded all of the occurring epiphytic species. The epiphytic importance index was calculated from the frequencies found for each stratum, for each host (mais) tree and for each species of host tree. In this survey, 77 species (16 of Pteridophyta, 53 of Liliopsida and 8 of Magnoliopsida) were found, of which 70 were sampled in the trees surveyed. The richest families were Orchidaceae, Bromeliaceae and Polypodiaceae, while Vriesea, Encyclia and Maxillaria were the richest genera. The area located in the Torres County (RS) presented the closest floristic similarity to the one used in this survey. From the quantitative point of view, Microgramma vaccinifolia, Codonanthe gracilis, Epidendrum latilabre and E. rigidum were the most important species. The sampled species were grouped into three categories, exclusive, preferential or indifferent, according to their occurrence in the different height intervals in relation to the ground. The frequency of epiphytic individuals in a host tree varied from 1 to 35, while the number of species varied from 1 to 21 (average of 14 ±7.6 and 10 ± 4.6, respectively). The first (0-2, 2-4 and 4-6 m) strata were the richest in epiphytic species. For the host tree species, the highest frequencies of epiphytic individuals were found for Andira fraxinifolia and Ternstroemia brasiliensis, while Ocotea pulchella and Guapira opposita presented the largest number of species. Regarding to fidelity on host tree species, exclusive, preferential and generalist species were found, the last one included most of the species.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)