Sample records for magnetic surfaces
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Preparação e caracterização de organobentonita modificada com ionenos alifáticos/ Preparation and characterization of aliphatic ionene-modified organobentonite

Costa Filho, Arão P.; Gomes, Ailton S.; Lucas, Elizabete F.
2005-07-01

Resumo em português A preparação de complexos bentonita-ionenos a partir da adsorção de tetrametil-[x,y]-ionenos, onde x= 2 e y= 4,6,10 ou 12, e o 2-hidróxi-3-cloro-ioneno, EPI-DMA, foi realizada com a finalidade de observar o comportamento do tamanho do espaçador do ioneno na expansão basal (d001) das camadas de uma bentonita comercial do Brasil. Os complexos foram caracterizados por espectrometria de absorção na região do infravermelho, termogravimetria, fluorescência e difraç� (mais) �o de raios X. A partir das análises por fluorescência e difração de raios X dos complexos, foi observado que os poli-quaternários de amônio são adsorvidos nas superfícies internas e externas da argila delaminada, acima da capacidade de troca catiônica, CTC = 91 meq/100g de argila (calculada a partir de dados de fluorescência de raios X). A expansão basal das camadas da argila com os diferentes policátions revelou que o tamanho do espaçador é o fator mais importante, independentemente das massas molares dos ionenos, tal como foi observado principalmente entre os complexos Bt-2,10- e Bt-2,12-ioneno, com massas molares de 12000 e 5000 g/mol, respectivamente. Resumo em inglês The preparation of bentonite-ionene complexes based on the adsorption of 2y-ionenes, where y = 4, 6, 10 or 12 and an ionene of the epichloridrin-dimethylamine EPI-DMA kind, was carried out in order to observe the behavior of the ionene spacer size in the expansion of the basal space (d-spacing, d001) of a Brazilian commercial bentonite. The complexes were characterized by adsorption spectromety in the infrared region, thermogravimetry, fluorescence and X-Ray diffraction. (mais) Ionenes were synthesized and characterized by infrared and nuclear magnetic resonance, the latter technique being useful for determining the average number molecular weight values. Based on the clay-ionenes complexes it could be observed that the ammonium polyquaternaries are adsorbed on the inner and outer clay surfaces, above the ion exchange capacity, CEC = 91 meq/100 g clay (calculated based on X-Ray fluorescence data). The clay basal expansion with the several polycations revealed that the spacer size is the most important factor, independent of ionene molecular weight values. Among the bentonite-ionene complexes, mainly between Bt-2,10 and Bt-2,12-ionene complexes which differ in molar mass by more than 30,000 g/mol, it was observed that the spacer size has no dependence on the ionene molecular weights.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Caracterização geofísica da estrutura de impacto do domo de Vargeão, Brasil

Kazzuo-Vieira, César; Crósta, Alvaro Penteado; Gamboa, Fernando; Tygel, Martin
2009-09-01

Resumo em português O Domo de Vargeão representa um notável e raro exemplo de estrutura de impacto meteorítico formada sobre derrames vulcânicos cretáceos da Formação Serra Geral, na América do Sul. Esta conspícua depressão circular tem seu centro localizado em 26º49'S e 52º10'W, e possui 12,4 km de diâmetro. No interior do Domo ocorrem feições características de deformação por impacto, tais como shatter cones em arenitos e basaltos, e feições microscópicas do tipo defor (mais) mação planar em quartzo. Dados magnéticos e sísmicos de reflexão disponíveis para a região da estrutura foram processados e interpretados em conjunto com dados de sensoriamento remoto, tais como modelos digitais de elevação SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission) e imagens Radarsat-1 e TERRA/ASTER. A análise dos dados magnéticos e sísmicos permitiu: (i) classificar o Domo de Vargeão como uma estrutura de expressão crustal rasa, com indicativos da existência de uma zona de intensa deformação situada abaixo da mesma; (ii) associar o alto magnético coincidente com o núcleo da estrutura à ocorrência de brechas de impacto do tipo pseudotaquilíticas; e (iii) associar a zona de baixo magnético, localizada próxima às bordas da estrutura, à ocorrência de blocos da unidade Ácidas Chapecó. O grau de exposição e fácil acesso aos afloramentos rochosos em seu interior tornam esta estrutura um sítio potencial para a realização de estudos de análogos em processos de evolução das superfícies planetárias, que contribuam para o entendimento da evolução de corpos planetários sólidos como a Lua, Marte e Vênus, entre outros. Resumo em inglês Vargeão Dome constitutes a rare example of a complex meteoritic impact structure formed in the Cretaceous volcanic lava flows of Serra Geral Formation, in South America. This conspicuous circular depression has its center at 26º49'S and 52º10'W and a diameter of 12.4 km. Impact deformation features found at Vargeão include shatter cones in sandstone and basalt, as well as planar deformational features in quartz. Available geophysical data for this structure comprise a (mais) irborne magnetics and seismic surveys, which were processed and interpreted in combination with remote sensing data, such as digital elevation model generated by the SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission) and Radarsat-1 and TERRA/ASTER satellites images. Magnetic and seismic data analysis allowed: (i) to interpret it as shallow structure, with a strongly deformed zone underneath; (ii) to associate a magnetic high spatially coincident with the central portion of the structure to the occurrence of pseudotachylite impact breccia; (iii) to associate the circular magnetic low located near the rim of the structure to the occurrence of large blocks of the Ácidas Chapecó volcanics unit. Favorable exposure of the shocked rocks, combined with easy access, makes this impact structure potentially important for conducting analogue studies of planetary surfaces, thus helping to understand the evolution of solid bodies such as the Moon, Mars, Venus, among others.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)