Sample records for magnet coils
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 1 shown.



1

Estudo comparativo das seqüências rápidas ponderadas em T2, utilizando-se sincronização respiratória, apnéia, supressão de gordura, bobina de corpo e bobina de sinergia para a avaliação do fígado pela ressonância magnética/ Comparative study of fast T2-weighted images using respiratory triggered, breath-hold, fat suppression and phased array multicoil for liver evaluation by magnetic resonance imaging

Abbehusen, Cristiane L.; D'Ippolito, Giuseppe; Palácio, Glaucia A.S.; Szejnfeld, Jacob
2003-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Comparar, qualitativa e quantitativamente, as imagens de ressonância magnética do fígado, ponderadas em T2, utilizando-se seqüências rápidas, diferenciadas pela técnica de controle respiratório, pela utilização de supressão de gordura e pelo tipo de bobina de radiofreqüência. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo prospectivo em 71 pacientes consecutivos, sendo realizadas seis seqüências para comparação: 1) supressão de gordura com sincronização respir (mais) atória e bobina de corpo; 2) supressão de gordura em apnéia e bobina de corpo; 3) sem supressão de gordura com sincronização respiratória e bobina de corpo; 4) sem supressão de gordura em apnéia e bobina de corpo; 5) com supressão de gordura com sincronização respiratória e bobina de sinergia; 6) com supressão de gordura em apnéia e bobina de sinergia. A avaliação qualitativa foi baseada em três critérios: detecção de determinadas estruturas anatômicas do fígado, definição dos contornos hepáticos, e presença de artefatos de respiração. A análise quantitativa foi obtida através da relação das intensidades de sinal do fígado e do ruído de fundo. RESULTADOS: O valor médio dos índices globais de qualidade de imagem para cada uma das seis seqüências supracitadas foi de 7,8, 4,6, 7,9, 5,2, 6,7 e 4,6, respectivamente. As seqüências obtidas com sincronização respiratória apresentaram melhor qualidade de imagem e relação sinal/ruído superiores às seqüências com apnéia (p 0,05). As seqüências obtidas com bobina de sinergia apresentaram qualidade de imagem semelhante (p > 0,05) e relação sinal/ruído inferior àquelas com bobina de corpo (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To compare both qualitatively and quantitatively six T2-weigthed turbo spin-echo sequences varying the respiratory compensation technique, associating or not fat tissue suppression and using different types of coils. MATERIALS AND METHODS: We performed a prospective study of 71 consecutive patients that were submitted to MRI of the liver using a 1.5T magnet. The six following pulse sequences were used: 1) fat-suppressed respiratory triggered with conventional b (mais) ody coil; 2) breath-hold fat-suppressed with conventional body coil; 3) non-suppressed respiratory triggered with conventional body coil; 4) breath-hold non fat-suppressed with conventional body coil; 5) fat-suppressed respiratory triggered with phased-array multicoil; 6) breath-hold fat-suppressed with phased-array multicoil. Images were analyzed quantitatively by measuring the signal-to-noise ratios and qualitatively by evaluating the sharpness of hepatic contours, visibility of intrahepatic vessels and other segmental landmarks, and the presence of artifacts. RESULTS: The qualitative analysis showed that the mean values obtained with the six sequences were 7.8, 4.6, 7.9, 5.2, 6.7 and 4.6, respectively. The respiratory-triggered sequences were better than the breath-hold sequences in both qualitative and quantitative analysis (p 0.05). The sequences using the body coil were similar in terms of image quality (p > 0.05) and better regarding signal-to-noise ratios than those obtained with the phased-array multicoil (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)