Sample records for magnesium 27
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 19 shown.



1

É seguro não utilizar sulfato de magnésio nas pacientes com pré-eclâmpsia?/ Is it safe to withold magnesium sulfate in preeclamptic women?

Ramos, José Geraldo Lopes; Costa, Sérgio Martins; Francisco, Mara Alexandra; Almeida, Andrea Garcia de; Machado, Marta Franco; Borowski, Claudia
2000-02-01

Resumo em português Objetivo: determinar a capacidade do sulfato de magnésio na prevenção da eclâmpsia em um grupo de gestantes com pré-eclâmpsia. Métodos: estudo caso-controle em 489 gestantes com o diagnóstico de hipertensão arterial sistêmica (HAS) internadas no HCPA no período de janeiro de 1990 a janeiro de 1997. Para a aferição dos dados, as gestantes foram divididas em dois grupos: as que fizeram uso de sulfato de magnésio (grupo I) e as que não fizeram uso do sulfato d (mais) e magnésio (grupo II). Todas as pacientes foram manejadas de acordo com o protocolo do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do HCPA para tratamento de gestantes com HAS. Foram aferidas as seguintes variáveis: idade materna, raça, número de convulsões, número de convulsões em gestantes com uso de sulfato de magnésio, tempo de uso de sulfato de magnésio antes e após o parto, mortalidade materna; necessidade de internação em UTI, necessidade de ventilação assistida, e tempo de internação após o parto. Os dados foram avaliados por meio do pacote estatístico Epi-Info 6.0 com análise multivariada. A principal medida foi o uso de sulfato de magnésio. Resultados: não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos de usuárias ou não de sulfato de magnésio quanto à idade materna, idade gestacional ou raça. As gestantes que receberam MgSO4 apresentaram médias de pressões diastólica e sistólica significativamente maiores. O grupo de usuárias de sulfato de magnésio teve maior tempo de internação hospitalar e mais necessidade de internação em UTI. A necessidade de uso de respirador artificial e o índice de morte materna foram semelhantes nos dois grupos. Vinte e duas pacientes das 353 gestantes apresentaram uma ou mais convulsões antes da internação. Seis gestantes (27,3%) apresentaram um ou dois novos episódios de convulsão e nenhuma paciente apresentou três ou mais convulsões após o uso sulfato de MgSO4. Conclusões: os resultados do estudo sugerem que as convulsões eclâmpticas podem ser evitadas pela utilização profilática rotineira do sulfato de magnésio.Deve ser considerada uma medida arriscada e indefensável, sob o ponto de vista ético, a decisão de não-utilização profilática do sulfato de magnésio em pacientes pré-eclâmpticas que estejam em trabalho de parto, ou que apresentem sinais clínicos de iminência de convulsão. Resumo em inglês Purpose: to determine magnesium sulfate effectiveness to prevent eclamptic seizures in pregnant women diagnosed with preeclampsia. Methods: a case-control study involving 489 pregnant patients admitted to the Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) with the diagnosis of hypertension between January 1990 and January 1997. The patients were divided into two groups: those who received magnesium sulfate (Group I) and those who did not (Group II). All patients were treate (mais) d according to the hospital's standard protocol for the treatment of hypertensive pregnant women. The following variables were assessed: maternal age, race, number of seizures, number of seizures in patients receiving magnesium sulfate, period of magnesium sulfate administration, before and after delivery, maternal mortality, need of ICU care, need of mechanical ventilation and length of hospital stay after delivery. Data were assessed with Epi-Info 6.0 statistical package, using multivariate analysis. The main outcome measure was magnesium sulfate use. Results: no differences were found between the two groups in terms of maternal age, race or gestational age. Women who received magnesium sulfate had a higher mean systolic and diastolic blood pressure. Women in the intervention group had a longer hospital stay and a greater need of ICU care. Need of mechanical ventilation and maternal mortality were similar in the two groups. Twenty-two out of 353 women had one or more seizures before admission to the hospital. Six women (27.3%) had one or two additional seizures after magnesium sulfate administration. No subjects had three or more seizures after receiving magnesium sulfate. Conclusion: the results show that eclamptic seizures can be prevented by routine prophylactic magnesium sulfate administration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Deficiência de magnésio e resistência à insulina em pacientes com diabetes mellitus tipo 2/ Magnesium deficiency and insulin resistance in patients with type 2 diabetes mellitus

Lima, Maria de Lourdes; Pousada, Judith; Barbosa, Cynara; Cruz, Thomaz
2005-12-01

Resumo em português O magnésio é um íon predominantemente intra-celular, que participa como co-fator de mais de 300 reações enzimáticas, dentre elas na atividade da tirosino-cinase. Sua deficiência pode aumentar a resistência periférica à insulina, especialmente em pacientes com síndrome metabólica e diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Este trabalho avaliou, em 27 pacientes com DM2 descompensado, o conteúdo intra-celular de magnésio, correlacionando-o com índices laboratoriais de (mais) resistência insulínica e controle glicêmico. Hipomagnesemia foi encontrada em 75% dos pacientes e déficit intra-celular em 30,8%. Houve correlação negativa do Mg intra-celular (Mg IC) com HbA1 e com IMC. 59,2% dos pacientes apresentaram HOMA IR > 3,5, e tendência para correlação negativa com o Mg IC, porém sem significância estatística. Apesar do número pequeno de pacientes, ressalta-se que uma vez que deficiência de magnésio é comum em pacientes com diabetes, sua relação com resistência insulínica deve ser mais estudada. Resumo em inglês Magnesium is a predominantly intracellular ion, and it is a cofactor in more than 300 enzymatic reactions, like tyrosinokinase activity. Its deficiency may increase insulin resistance, especially in patients with metabolic syndrome or type 2 diabetes. This study evaluated in 27 patients with poorly controlled type 2 diabetes if there was correlation between intracellular magnesium levels, laboratorial indexes of insulin resistance and glycemic control. Decreased serum and (mais) intracellular magnesium depletion were found in 75% and 30.8% of patients, respectively. A negative correlation between intracellular magnesium levels (ICMg) and BMI and HbA1 was found. The homeostasis model assessment for insulin resistance (HOMA-IR) was higher than 3.0 in 59.2% of patients and there was a tendency to negative correlation with ICMg levels, although without statistical significance. Despite the small number of patients, this study shows that magnesium deficiency is frequent in patients with diabetes and its correlation with insulin resistance should be more studied.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Lixiviação de potássio na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de amendoim/ Potassium leachate in the evaluation of peanut seed physiological quality

Vanzolini, Silvelena; Nakagawa, João
2003-12-01

Resumo em português O presente trabalho teve como objetivo investigar a possibilidade de se obter indicações sobre a qualidade fisiológica de sementes de amendoim através do teste de lixiviação de potássio, cuja eficiência foi avaliada comparativamente às informações fornecidas por outros testes de vigor e à emergência de plântulas em campo. Para tanto, utilizou-se dois lotes de sementes de amendoim da cultivar Tatu (peneira 20/64") que foram submetidos aos testes de germinaç� (mais) �o, primeira contagem de germinação, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica (3 e 24 horas), emergência de plântulas em campo, índice de velocidade de emergência de plântulas, peso de matéria seca de plântulas e determinação do grau de umidade. Além destes, foram conduzidos estudos de lixiviação de potássio, cálcio e magnésio utilizando-se amostras de sementes fisicamente puras. A quantificação de potássio foi conduzida em fotômetro de chama e as de cálcio e magnésio em espectrofotometro de absorção atômica após 3, 6, 9, 12, 15, 18, 21, 24, 27 e 30 horas de embebição a 20ºC. As avaliações da lixiviação de potássio mostraram-se promissoras para a identificação de lotes com diferentes níveis de qualidade. Resumo em inglês This study was carried out to investigate whether the physiological quality of peanut seeds should be evaluated using the potassium leachate test, which was compared with other physiological quality seed measurements. Two lots of peanut seeds, cultivar Tatu (20 mesh) were submitted to germination test, germination at first count, accelerated aging, electrical conductivity (3 and 24 hours), field seedling emergence, speed of emergence index, seedling dry weight, and seed m (mais) oisture content. In addition, studies on potassium, calcium and magnesium leachate were carried out with pure seed samples. The amount of potassium leached was evaluated in a flame photometer and calcium and magnesium in an atomic absorption spectrophotometer after 3, 6, 9, 12, 15, 18, 21, 24, 27 and 30 hours of imbibition at 20ºC. The evaluations of the potassium leachate were promising for the identification of lots with different quality levels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Freqüência relativa de hipomagnesemia em pacientes com limitação crônica do fluxo aéreo atendidos em ambulatório de referência do norte do Paraná/ The relative frequency of hypomagnesemia in outpatients with chronic airflow limitation treated at a referral center in the north of the state of Paraná, Brazil

Cerci Neto, Alcindo; Ferreira Filho, Olavo Franco; Parreira, Johnathan de Sousa
2006-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar a freqüência relativa de hipomagnesemia em pacientes com limitação crônica do fluxo aéreo atendidos num ambulatório de referência do norte do Paraná, nos anos de 2000 a 2001, e verificar se há relação entre esse distúrbio e hipoxemia, outros distúrbios eletrolíticos e com a gravidade da doença. MÉTODOS: Estudo descritivo sobre a freqüência relativa de hipomagnesemia em 72 pacientes com limitação crônica do fluxo aéreo. Os pacien (mais) tes realizaram dosagens séricas de magnésio e outros eletrólitos, além de realizarem o estadiamento de sua doença de base. RESULTADOS: A prevalência encontrada de hipomagnesemia foi de 27,8%. A idade média foi de 65 ± 9,9 anos, com predominância de homens. O volume expiratório forçado no primeiro segundo médio foi de 1,13 ± 0,52 L. A maioria dos pacientes encontrava-se em estádios avançados da doença (68,1%). Não houve associação do magnésio sérico baixo com outros distúrbios eletrolíticos, hipoxemia ou estádios de gravidade. CONCLUSÃO: A alta freqüência de pacientes em estádios avançados deve-se, provavelmente, ao fato de o ambulatório ser um centro de referência da região. Novos estudos devem ser realizados para determinar prováveis causas dessa alta prevalência de hipomagnesemia. Resumo em inglês OBJECTIVE: To determine the relative frequency of hypomagnesemia among patients with chronic airflow limitation treated as outpatients at a referral center in the northern part of the state of Paraná between 2000 and 2001, as well as to determine whether hypomagnesemia correlates with hypoxia, with other electrolyte disturbances and with the severity of airflow limitation. METHODS: This was a descriptive study of the relative frequency of hypomagnesemia in 72 patients wi (mais) th chronic airflow limitation. All of the patients were submitted to blood tests to determine serum levels of magnesium and other electrolytes, as well as to staging of the underlying disease. RESULTS: The prevalence of hypomagnesemia was 27.8%. The mean age was 65 ± 9.9 years, and there was a predominance of males. The mean forced expiratory volume in one second was 1.31 ± 0.52 L. Most of the patients (68.1%) were found to be in the advanced stages of the disease. Hypomagnesemia was not found to correlate with other electrolyte disturbances, hypoxemia or disease stage. CONCLUSION: The high frequency of patients in the advanced stages is likely attributable to the fact that the outpatient facility is a referral center for the region. Further studies should be conducted in order to determine the probable causes of this high prevalence of hypomagnesemia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Efeito de fontes e de aditivos na absorção de 35S via foliar pelo feijoeiro/ Sources and additive effects on 35S foliar uptake by bean plants

Oliveira Jr., J.A. de; Rêgo, I.C.; Scivittaro, W.B.; Lima Filho, O.F. de; Stefanutti, R.; Gonzáles, G.R.; Boaretto, A.E.
1995-12-01

Resumo em português Foi conduzido em casa de vegetação um experimento com o objetivo de avaliar o efeito de fontes de enxofre, na presença ou não de aditivos (uréia e glicose), sobre a absorção do demento pelas folhas de feijoeiro. Os tratamentos: soluções de ácido sulfúrico e de sulfates de amonio, potássio, magnésio, manganês e zinco marcadas com 35S, contendo ou não os aditivos, foram aplicados ao primeiro trifólio das plantas para avaliar a absorção e translocação de (mais) enxofre. Os resultados permitiram concluir que 33% do S adicionado foi absorvido, e desse total 27% foi translocado, não havendo influência dos aditivos sobre esses processos. O ácido sulfúrico e o sulfato de amonio destacaram-se como os melhores fornecedores de enxofre, via foliar, para o feijoeiro. Resumo em inglês A greenhouse experiment was carried out with the aim of evaluating the effect of sulphur sources, in the presence or absence of additives (urea and glucose), on the sulphur uptake by bean leaves. The treatments: solutions of sulphuric acid, ammonium, potassium, magnesium, manganese and zinc sulphates labelled with 35S, containing or not the additives, were applied to the first trifoliate of the plants to assess the sulphur uptake and translocation. The results enable to c (mais) onclude that 33% of the added sulphur was absorved, and 27% out of this total was translocated. The additives did not have any influence on uptake and translocation. The sulphuric acid and ammonium sulphate solutions were the best sulphur suppliers for the bean plant.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Matéria seca, digestibilidade in vitro e composição químico-bromatológica do capim (Paspalum notatum ) cv. 'tifton 9' com diferentes idades/ Dry matter yield, in vitro digestibility, and chemical composition of 'Tifton 9' bahiagrass (Paspalum notatum) at six ages

Vendramini, João Maurício Bueno; Haddad, Cláudio Maluf; Castro, Flávio Geraldo Ferreira; Vieira, Andrea Campmany; Heisecke, Osvaldo Ruben Peralta; Tamassia, Luis Fernando Monteiro
1999-07-01

Resumo em português Esse trabalho teve como objetivo avaliar a produção de matéria seca, digestibilidade in vitro, teores de proteína bruta e de fibras, bem como a composição mineral do capim espécie `Tifton 9', em diferentes idades de crescimento. As avaliações foram realizadas aos 20, 27, 34, 41, 48 e 55 dias após o corte de uniformização. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos completos casualizados com seis tratamentos e quatro repetições. A produção de maté (mais) ria seca variou de 188 a 593 g m-2, sendo o modelo cúbico de regressão o que melhor se ajustou (P<0,05). Os teores de fibra em detergente ácido, lignina e proteína bruta, tiveram seus valores entre 387,73 a 370,04 g kg-1, 37,56 a 26,67 e 121,33 g kg-1 a 68,88 g kg-1 respectivamente, apresentando diminuição linear (P<0,01), (P<0,10), (P<0,05) durante o período, assim como as concentrações de fósforo, que aos 55 dias atingiram 1,92 g kg-1. A digestibilidade in vitro da matéria seca e os teores de fibra em detergente neutro, potássio, cálcio, magnésio e enxofre não diferiram (P>0,05) em função das idades de crescimento da planta. As concentrações de fósforo, decresceram de forma linear, enquanto o potássio, cálcio, magnésio e enxofre não sofreram alterações em função da idade de corte (P>0,05). Dentre os micronutrientes, o ferro e o manganês não variaram (P>0,05) durante o período, enquanto os teores de cobre apresentaram diminuição linear (P<0,01) e o zinco um decréscimo quadrático (P<0,01). A produção de matéria seca, a digestibilidade e os teores de fibras e minerais apresentaram valores próximos das médias encontradas em gramíneas tropicais, enquanto o teor de proteína bruta permaneceu acima de 70 g kg-1, somente até os 48 dias, segundo o modelo de regressão. Resumo em inglês The objective of this research was to evaluate dry matter yield, in vitro digestibility, fiber protein and mineral composition of bahiagrass (paspalum notatum) `Tifton 9' clipped at six regrowth stages (20, 27, 34, 41, 48 and 55 days after staging). The experimental design consisted of randomized complete blocks with six trataments (ages) and four replications. Dry matter yield ranged from 188 to 593 g m-2, with the cubic regression having the best fit (P< 0.05). Conce (mais) ntration of acid detergent fiber, lignin, and crude protein decreased linearly (P<0.01), (P<0.10), (P<0.05) respectively from 387.73 to 370.04, 37.56 to 26.67, 121.33 to 68.88 g kg-1, as well as phosphorus concentration that attained, 1.92 g kg-1 55 days. Neutral detergent fiber concentration, in vitro digestibility at potassium, calcium, magnesium and sulphur were not affected (P>0.05) by regrowth age. Among the micronutrients, concentration of iron and manganese remained unchanged (P>0.05) during the period, whereas copper levels declined linearly and zinc levels decreased quadratically (P<0.01). Dry matter yield, digestibility and concentration of fiber components and minerals presented values similar to other tropical forages, wereas crude protein remained above 70 g kg-1, only up to the 48th day, according to the regression model.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Acúmulo de matéria seca e nutrientes, em soja cultivar Santa-Rosa/ Dry matter accumulation and nutrient uptake in soybeans, cultivar Santa Rosa

Bataglia, Ondino C.; Mascarenhas, Hipólito A. A.; Teixeira, J. P. F.; Tisseli F. °, O.
1976-07-01

Resumo em português Estudou-se o acúmulo de matéria seca e a absorção de macronutrientes pela soja, cultivar santa-rosa, em estádios sucessivos de desenvolvimento. As amostragens da parte aérea foram feitas a intervalos de 20 dias num ensaio em São Simão, em latossolo roxo de textura média sob vegetação de cerrado. O máximo de matéria seca acumulada durante o ciclo ocorreu aos 90 dias após a germinação e atingiu uma produção de 5632 kg/ha. O mesmo foi observado para cálcio (mais) , magnésio e enxofre, tendo sido absorvidos até esta época 58,7, 27,8 e 9,3 kg/ha, respectivamente. A absorção máxima de potássio, de 80,2 kg/ha, ocorreu aos 110 dias, enquanto para o fósforo, 12 9 kg/ha, e para o nitrogênio, 146,1 kg/ha, aos 130 dias coincidindo com o maior desenvolvimento das sementes. Aos 130 dias as sementes continham o máximo de matéria seca e macronutrientes. As sementes retiraram 92,5% de N, 83,7% de P, 58,7% de K, 16,0% de Ca, 21,9% de Mg e 43,0% de S em relação ao total extraído pela planta. Resumo em inglês A study was made on the accumulation of dry matter, concentration, and uptake of macronutrients in the cultivar Santa Rosa, in sucessive stages of growth. The sampling of the above ground parts was done at intervals of 20 days. The soil was a Terra Roxa with latossolic B under cerrado vegetation. The maximum of dry matter accumulation occurred at 90 days after germination with a production of 5632 kg/ha. The same was observed for calcium, magnesium and sulphur whose uptak (mais) es were 58.7, 27.8 and 9.3 kg/ha respectively. The maximum uptake of potassium, which was 80.2 kg/ha occurred at 110 days whereas those of phosphorus and nitrogen occurred at 130 days and reached 12.9 and 146.1 kg/ha respectively. Of the total amount of macronutrients retained by the plants (excluding roots and fallen leaves) the seeds contained 92.5% of N, 83.7% of P, 58.7% of K, 16.0% of Ca, 21.9% of Mg, and 43.0% of S respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Análises de Alguns Calcáreos Paranaenses

Leprevost, Alsedo
2001-12-01

Resumo em português Apesar da natural existência de grande oscilação em todos os teores, em uma mesma jazida, das análises expostas na tabela anexa podemos concluir que: 1) as amostras com teor MgO até 3%, representam 52,58% do total das análises; de 3 até 5, 7,62%; de 5 até 10, 6,77%; e acima de 10, 33,05%. 2) com teor em insolúvel até 5%, 54,23%; de 5 até 10, 16,10%; e acima de 10, 27,96%. 3) das análises em que se fez a dosagem do MnO, 47,27% deram resultado negativo. 4) com e (mais) xceção da maior parte dos calcáreos brancos, todos os outros contém carbono grafítico. 5) os calcáreos da zona de Itaiacoca, Município de Ponta Grossa, além da mistura com silicato de magnésio, estão acompanhados de Mg (OH)² em teores variáveis. 6) apesar de algumas amostras de grandes jazidas apresentarem boa pureza, mister se torna um estudo rigoroso e completo das mesmas, de acordo com a finalidade, pois nelas existe grande variação, principalmente quanto ao MgO. 7) em virtude de terem sido as análises feitas em material na sua maioria enviado a este Instituto, as porcentagens calculadas nos itens acima referem-se somente às mesmas, não representando uma média no Estado. Resumo em inglês We may conclude that, in the analyses presented in the enclosed table, besides the natural existence in the same bearing, a great oscillation in every percentage: 1) the samples with quantity in MgO up to 3%, represent 58,59%, of the total analyses; from 3 to 5, 7,62%; from 5 to 10, 6,77%; and above 10, 33,05%. 2) with quantity insoluble up to 5%, 54,23%; from to 10, 16,10%; and above 10, 27, 96%. 3) of the analyses in which the dosage was made of the MnO, 47,27% gave neg (mais) ative result. 4) with the exception of the larger part of the white calcareous, every other one contain graphitic carbon. 5) the calcareous found in the Itaiacoca region, Ponta Grossa County, besides the mixture of magnesium silicate, there an Mg (OH)² in variable quantities. 6) although some samples found in large bearing have presented good purity, it is necessary a complete rigorous study of the samples, according to the purpose, for there exist in them a large variety, mainly in MgO. 7) due to the fact that the analyses were made with material largely send to this Instituto, the percentages figured in the above items refer only to the samples mentioned, and not an average in the State of Paraná..

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Avaliação do estado nutricional da videira 'Itália' na região de Jales, SP, usando o sistema integrado de diagnose e recomendação/ Evaluation of the nutritional condition of Italia grapevine in the region of Jales, SP, using the diagnosis and recommendation integrated system

Terra, Maurilo Monteiro; Guilherme, Marsia Antonieta Souza; Santos, Wagner Rodrigues dos; Paioli-Pires, Erasmo José; Pommer, Celso Valdevino; Botelho, Renato Vasconcelos
2003-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi a avaliação do estado nutricional da videira 'Itália' na região de Jales, SP, Brasil, utilizando o DRIS. O levantamento nutricional foi realizado em 20 vinhedos em produção, submetidos a práticas culturais semelhantes. A coleta de amostras de folhas foi feita em três estágios de desenvolvimento da planta a saber: no florescimento, com frutos entre ervilha e meia baga e no início da maturação dos frutos. Nessa avaliação concluiu- (mais) se que o método DRIS é adequado para a videira 'Itália', pois permitiu obter informações a respeito do melhor órgão e épocas de amostragem, desordens nutricionais e índices referenciais para balanço nutricional. O limbo foi considerado o melhor órgão para amostragem, pois seus índices de balanço nutricional estavam mais ajustados. Os estágios de florescimento e de início da maturação dos frutos foram considerados adequados para amostragem de folhas. Seis vinhedos foram considerados em equilíbrio nutricional, pois apresentaram produção superior à média de 27,3 t/ha e Índice de Balanço Nutricional (IBN) igual a 11. Os 20 vinhedos amostrados foram considerados adequados para o cálculo das normas. Finalmente, o DRIS permitiu determinar os vinhedos que, em geral, apresentavam deficiência de potássio, magnésio, fósforo e enxofre, e excesso de cobre. Resumo em inglês This work aimed to evaluate the nutritional condition of Italia grapevine in the region centered at Jales, SP, Brazil, using the DRIS. The nutritional survey was carried out in twenty vineyards by collecting leaf samples at three different developing phases: at bloom, in fruits between pea and half-berry, and at the begining of fruit maturation. DRIS was shown to be useful for 'Itália' grapevine. Leaf blade was considered the best organ for sampling because its nutrition (mais) al balance indexes were more adjusted. The blooming and veraison were considered the suitable times for grapevine leaf sampling. Six vineyards were considered nutritionally balanced, with a produtivity above average of 27.3 t/ha. The DRIS allowed the determination of vineyards which usually presented a deficiency of potassium, magnesium, phosphorus, and sulfur and excess of cooper.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Absorção, acúmulo e exportação de macronutrientes no milho doce cultivado em condições de campo/ Absorption, accumulation and export of macronutrients in sweet corn cultivated under field conditions

Borin, Ana Luiza Dias Coelho; Lana, Regina Maria Quintão; Pereira, Hamilton Seron
2010-12-01

Resumo em português O milho doce é uma hortaliça voltada para o processamento industrial, é ainda pouco difundido para o consumo in natura no Brasil, talvez pelo restrito número de cultivares adaptadas ao clima tropical. Os estudos sobre as práticas de manejo mais adequadas, incluindo a dinâmica de absorção de nutrientes pela cultura, ainda são inexistentes. Portanto, neste trabalho, objetivou-se determinar a absorção, o acúmulo e a exportação de nutrientes no milho doce cultiv (mais) ado em condições de campo. Utilizou-se o híbrido simples Tropical, em delineamento inteiramente casualizado, sendo o experimento constituído por nove épocas de coleta (9, 18, 27, 36, 45, 54, 63, 72 e 81 dias após a emergência) com quatro repetições. As plantas amostradas em cada época (tratamento) foram cortadas no nível do solo para avaliação da parte aérea e divididas em planta e espigas, que foram utilizadas para a determinação da absorção de nutrientes pela parte vegetativa e sua redistribuição para a espiga. Foram calculadas as taxas de absorção diária dos macronutrientes, bem como as porcentagens de acúmulo de nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e enxofre. O padrão de acúmulo de macronutrientes seguiu o acúmulo de matéria seca pelas plantas. A ordem decrescente de acúmulo de macronutrientes na parte aérea foi: K > N > Mg > P > Ca > S. Para a maioria dos nutrientes, o intervalo de máxima absorção foi de 18 a 27 dias após a emergência. Resumo em inglês Sweet Corn is a vegetable addressed to industrial processing not widely consumed in natura in Brazil, possibly due to the restricted number of varieties adapted to the Brazilian tropical climate. Studies on the most appropriate management practices, which include the dynamics of nutrient absorption by the culture, are still nonexistent. Thus, the objective of this work was to determine the absorption, accumulation and export of nutrients in sweet corn under field conditio (mais) ns. Simple tropical hybrid was used, on an entirely randomized design comprised of nine treatments (9, 18, 27, 36, 45, 54, 63, 72 and 81 days after emergence) with four replicates. The plants were sampled in every treatment and cut to the soil surface for shoot (plant and ear) evaluation. Both parts were used to determine the absorption of nutrients by the plant and their transmigration to the ear. Daily nutrient absorption rates, as well as the accumulation percentages of nitrogen, phosphorus, potassium, calcium, magnesium and sulfur were evaluated. The pattern of macronutrient accumulation followed the dry matter accumulation of the plants. The decreasing order of macronutrient accumulation at the shoot was: K > N > Mg > P > Ca > S. Most nutrients had a maximum absorption interval around 18 to 27 days after emergence.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Composição corporal e exigências líquidas de macroelementos inorgânicos (Ca, P, Mg e K) para ganho de peso de bezerros machos de origem leiteira do nascimento aos 110 dias de idade/ Body composition and net inorganic macroelements (Ca, P, Mg and K) requirements for weight gain of dairy male calves at newly born to 110 days of age

Carvalho, Paulo Afonso; Bonnecarrère Sanchez, Luis Maria; Pires, Cleber Cassol; Viégas, Julio; Velho, João Pedro; Paris, Wagner
2003-12-01

Resumo em português O presente estudo foi conduzido para avaliar as mudanças na composição corporal e estudar as exigências líquidas de matéria mineral total (MM), cálcio (Ca), fósforo (P), magnésio (Mg) e potássio (K) para ganho de peso de corpo vazio (GPCVZ) e ganho de peso vivo (GPV) de bezerros do nascimento até os 110 dias de idade. Foram usados 18 bezerros da raça Holandês, machos, não castrados, pesando entre 30 e 100 kg. Seis animais foram abatidos ao nascimento, seis a (mais) os 50 dias e seis aos 110 dias de idade. Foram ajustadas equações de regressão do logaritmo da quantidade de MM, Ca, P, Mg e K retidos no corpo, em função do logaritmo do peso de corpo vazio (PCVZ). As exigências líquidas dos macroelementos para ganho de peso foram obtidas por derivação das equações de predição da composição corporal. Ocorreu acréscimo na concentração de todos macroelementos no PCVZ e no GPCVZ do nascimento aos 110 dias de vida, entretanto, as exigências destes elementos para GPV decresceram neste mesmo período. As exigências líquidas para 1 kg de GPCVZ, para o intervalo de PCVZ de 27,57 a 74,27 kg, variaram de 69,76 a 74,33 g para MM; 24,24 a 24,67 g para o Ca; 14,64 a 16,06 g para o P; 0,48 a 0,53 g para o Mg e de 3,18 a 3,61 g para o K. As exigências líquidas para 1 kg de GPV, para o intervalo de PV de 30 a 100 kg, variaram de 63,37 a 55,20 g para MM; 22,02 a 18,32 g para o Ca; 13,30 a 11,93 g para o P; 0,44 a 0,39 g para o Mg e de 2,89 a 2,68 g para o K. Resumo em inglês The work was carried out to evaluate changes in body composition and study the net requirements of mineral matter (MM), calcium (Ca), phosphorus (P), magnesium (Mg) and potassium (K) for empty body weight gain (EBWG) and live weight gain (LWG) of calves from birth to 110 days of age. Eighteen Holstein bull calves with initial average live weight of 40.84 kg and final of 87.03 kg were used. Six animals were slaughtered at birth and six at 50 and six at 110 days of age. Reg (mais) ression analysis of the logarithm of the amount of MM, Ca, P, Mg and K body retained in function of the logarithm of empty body weight (EBW) were fitted. The net requirements of macroelements for weight gain were obtained by derivation of the prediction equations of corporal composition. The EBW and EBWG all elements content increased at newly born to 110 days of age, however the LWG elements requirements decreased in same period. The net requirements for 1 kg EBWG, when EBW ranged from 27.57 to 74.27 kg was ranged from 69.76 to 74.33 g for MM; 24.24 to 24.67 g for Ca; 14.64 to 16.06 g for P; 0.48 to 0.53 g for Mg and 3.18 to 3.61 g for K. The net requirements for 1 kg LWG when LW changes from 30 to 100 kg was changed from 63.37 to 55.20 g for MM; 22.02 to 18.32 g for Ca; 13.30 to 11.93 g for P; 0.44 to 0.39 g for Mg and 2.89 to 2.68 g for K.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Influência de silicato e calcário na decomposição de resíduos culturais e disponibilidade de nutrientes ao feijoeiro/ Influence of silicate and lime on crop residue decomposition and nutrient availability to bean plants

Fernandez, Fabiana Aparecida; Bull, Leonardo Theodoro; Corrêa, Juliano Corulli; Crespam, Douglas Ricardo
2009-08-01

Resumo em português A disponibilidade do Si pelo silicato de Ca poderá aumentar a formação de polifenóis, os quais tornariam possível a maior persistência dos resíduos culturais em superfície. Com esse intuito, procurou-se avaliar a ação do silicato e do calcário na decomposição de diferentes resíduos culturais e a liberação de nutrientes para o desenvolvimento do feijoeiro. O delineamento experimental empregado foi o de blocos casualizados em esquema fatorial 3 x 5, com quat (mais) ro repetições. Os tratamentos foram constituídos de três espécies de plantas de cobertura: milheto (Pennisetum americanum), braquiária (Brachiaria brizantha) e guandu-anão (Cajanus cajan L.) e cinco níveis proporcionais de silicato de cálcio: 0, 25, 50, 75 e 100 %, aplicado nas doses crescentes de 0, 2,31, 4,63, 6,96 e 9,27 g/vaso, respectivamente, balanceadas com carbonato de cálcio e carbonato de magnésio, de forma que as quantidades de Ca e Mg em cada tratamento fossem iguais, calculados para atingir uma saturação por bases no solo de 70 %. A aplicação de silicato de Ca não interferiu na decomposição do resíduo cultural de braquiária, guandu e milheto. O teor de Mg disponível no solo foi reduzido pela aplicação de silicato de Ca, o que induz menor absorção pelas plantas de cobertura e eventual disponibilização após sua decomposição. O crescimento do feijoeiro foi favorecido pela aplicação de silicato de Ca, sendo as doses de 2,31 e 6,95 g/vaso de silicato com o resíduo cultural de braquiária os tratamentos que apresentaram maior eficiência. Resumo em inglês Si made available by Ca silicate can increase polyphenol formation, which could increase the persistence of crop residues on the soil surface. The present study evaluated the effect of silicate and lime on decomposition of different crop residues and the nutrient release for the development of common bean plants. An experimental design in randomized blocks, arranged as a 3 x 5 factorial combination, was used with four replications. Treatments consisted of three cover plan (mais) t species: millet (Pennisetum americanum), brachiaria (Brachiaria brizantha), and pigeon pea (Cajanus cajan L.), and five proportional Ca silicate levels: 0, 25, 50, 75, and 100 %, applied at increasing doses of 0, 2.31, 4.63, 6.96, and 9.27 g/pot, balanced with Ca carbonate and magnesium carbonate so that the Ca and Mg amounts in each treatment were identical, and calculated to achieve a soil base saturation of 70 %. The application of Ca silicate did not affect Brachiaria, pigeon pea, and millet crop residue decomposition. The available soil Mg content was reduced by Ca silicate applications, leading to lower Mg uptake by the cover plants and eventually becoming less available after residue decomposition. Bean growth benefited from the application of Ca silicate, and the efficiency was higher for doses varying from 25-75 % silicate in association with Brachiaria crop residues.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Tolerância de cultivares de trigo diferentes níveis de ferro em solução nutritiva/ Tolerance of wheat cultivars to different levels of iron in nutrient solution

Camargo, Carlos Eduardo de Oliveira; Freitas, José Guilherme de
1985-01-01

Resumo em português Foi estudado o comportamento diferencial de dez cultivares de trigo em soluções nutritivas com e sem arejamento, contendo cinco concentrações de ferro (0 56; 5,0; 10,0; 20,0 e 40,0mg/litro), mantendo-se constante a temperatura, 27 ± 1ºC, e o pH das soluções, 4,0. A tolerância foi avaliada pelo comprimento médio da raiz primária central e pelo peso da matéria seca da parte aérea (folhas) de vinte plântulas cultivadas dez dias em soluções nutritivas co (mais) ntendo diferentes concentrações de ferro. A medida que foram aumentadas as concentrações de ferro de 0,56 para 40,0mg/litro nas soluções tanto arejadas como sem arejamento, ocorreram reduções nos comprimentos das raízes e nos pesos da matéria seca da parte aérea, segundo o grau de tolerância de cada cultivar. 'Siete Cerros' 'CNT-8' e 'Alondra-4546' foram considerados tolerantes a níveis crescentes de Fe nas duas soluções, e, 'IRN-204-63', 'IAC-13', 'BH-1146', 'IAC-5', 'IAC-17 ', 'IAC-24' e 'IAC-18', sensíveis. Os teores de fósforo, potássio, magnésio, cálcio e manganês na matéria seca da parte aérea dos cultivares BH-1146 e Siete Cerros tenderam a diminuir com o aumento das concentrações de ferro em ambas as soluções nutritivas. Os teores de ferro na matéria seca da parte área dos cultivares BH-1146 e Siete Cerros elevaram-se com o aumento das concentrações de ferro nas soluções, sendo maiores nas soluções arejadas. A metodologia desenvolvida foi eficiente, possibilitando a separação de cultivares tolerantes e sensíveis à toxicidade de ferro em curto período de tempo. Resumo em inglês Ten wheat cultivars were studied with relation to iron toxicity using five different levels of this element (0.56; 5.0; 10.0; 20.0 and 40.0 mg/l) in nutrient solution with and without aeration, under constant temperature (27ºC ± 1ºC) and pH 4.0. The tolerance of the plants was measured taking into account the mean of the primary root length and the total leaf dry weight of 20 seedlings per treatment solution. The presence of high levels of iron (10.0; 20.0 and 40 (mais) .0 mg/l) in the solution, with or without aeration, was harmfull to all wheat cultivars under study, but there were differences in growth among the plants, depending on the degree of tolerance of each cultivar. The cultivars Siete Cerros, Alondra 4546 and CNT-8 were tolerant to the increating levels of iron in the aerated and non-aerated nutrient solution and the cultivars IRN-204-63, IAC-5, IAC-18, IAC-17, IAC-13, BH-1146 and IAC-24 were susceptible. The phosphorus, potassium, calcium, magnesium and manganese concentrations decreased in the top part of the plants as the levels of iron increased in the nutrient solution for the cultivars BH-1146 and Siete Cerros. The iron concentration in the leaves of BH-1146 and Siete Cerros increased as the levels of iron increased in the nutrient solution. The aeration in the nutrient solution caused an increase in the leaf iron concentration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Efeito da restrição alimentar como redutor do poder poluente dos dejetos de suínos/ Feed restriction as an alternative to reduce environmental impact of swine waste

Marcato, Simara Márcia; Lima, Gustavo Júlio Mello Monteiro de
2005-06-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar o efeito da restrição alimentar sobre a excreção de minerais nas fezes de suínos, foram utilizados 48 machos castrados com peso inicial de 41,92 ± 0,21kg, distribuídos em delineamento de blocos casualizados, com três tratamentos (T1=alimentação à vontade; T2=95% do consumo diário apresentado por T1; e T3=90% do consumo diário apresentado por T1) e 16 repetições. Os animais permaneceram durante 21 dias em adaptação aos tratamentos (mais) em baias coletivas e gaiolas de estudos metabólicos. As coletas de urina e fezes foram realizadas durante dois dias, utilizando-se 20 g de partículas de plástico colorido como marcador fecal. Houve redução de 8,54% no consumo diário de ração dos animais do T3, acarretando em decréscimo em torno de 9,65% excreção de matéria mineral nas fezes, quando comparado com o consumo ad libitum (T1). Todos os macrominerais, com exceção do magnésio, sofreram redução significativa no conteúdo fecal com o aumento da restrição alimentar. Os teores de cálcio e potássio das fezes representaram cerca de 29% da matéria mineral excretada pelas fezes dos animais e foram reduzidos significativamente com o emprego da restrição alimentar. Para todos os microminerais, as relações entre as quantidades excretadas e as quantidades consumidas foram iguais ou superiores a 86,60%, indicando que os animais apresentaram baixa eficiência de retenção desses nutrientes. Concluiu-se que a restrição alimentar de suínos em fase de terminação acarreta redução da quantidade de matéria seca e da maioria dos minerais excretados. Resumo em inglês With the objective to evaluate the effect of feed restriction on fecal mineral content of finishing swine, forty-eight barrows, with initial weight of 41.92 ± 0.27 kg were assigned to a randomized experimental block design. Treatments were: T1=ad libitum feeding; T2=95% T1 feed intake; and T3 = 90% T1 feed intake and 16 replications. Animals were kept during 21 days in adaptation period to the treatments in collective pens and metabolism cages. Urine and fecal collection (mais) was performed during two days, using 20 g of colored plastic particles as fecal markers. There was a reduction of 8.54% in the daily feed consumption of the diet in T3 animals, causing a decrease close to 9.65% in fecal mineral content, as compared to ad libitum consumption (T1). All macro minerals, except for magnesium, showed significant reduction in the fecal content with the increase of feed restriction. Calcium and potassium fecal content represented about 29% of the excreted mineral matter of the animals and both were significantly reduced with the use of feed restriction. For all micro minerals, the relations between excreted amount and consumed amount were equal or higher than 86.60%, indicating that the animals showed a low retention efficiency of these nutrients. In conclusion, feed restriction in finishing phase of swine cause reduction in the amount of dry matter and almost all minerals excreted. Therefore, the use of this practice can contribute to reduce pollution problems of swine manure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Leite humano processado em bancos de leite para o recém-nascido de baixo peso: análise nutricional e proposta de um novo complemento/ Milk from human milk banks for low birthweight newborns: nutritional contents and supplementation

Bortolozo, Eliana Aparecida Fagundes Queiroz; Tiboni, Emiliana Borges; Cândido, Lys Mary Bileski
2004-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar a composição de macro e micronutrientes minerais no leite humano coletado e processado em bancos de leite e desenvolver um complemento que, incorporado a esse leite, satisfaça as exigências nutricionais específicas do recém-nascido de baixo peso. MÉTODO: Para a determinação de macronutrientes, 46 amostras de leite pasteurizado obtidas de dois bancos de leite foram analisadas em triplicata: 26 amostras de leite maduro, 10 de colostro e 10 de lei (mais) te de mães de bebês prematuros. Em 30 dessas amostras (10 de cada tipo) foram determinados também os micronutrientes. Após a determinação dos macro e micronutrientes, desenvolveu-se um complemento de simples preparo, composto de hidrolisado protéico e minerais quelatos. RESULTADOS: A composição variou tanto entre os diferentes tipos de leite quanto entre doadoras do mesmo tipo de leite. Os valores de micro e macronutrientes foram inferiores às necessidades dos recém-nascidos de baixo peso. A composição média observada (e desvio-padrão) para leite maduro, colostro e leite de mães de prematuros foi: lipídios (g/100 mL), 2,56 (± 0,8), 2,48 (± 0,91), 2,48 (± 0,76); lactose (g/100 mL), 8,6 (± 0,93), 7,05 (± 0,92), 6,56 (± 1,41); proteínas (g/100 mL), 1,07 (± 0,22), 1,71 (± 0,29), 1,72 (± 0,4); calorias (kcal/100 mL), 61,67 (± 8,92), 57,36 (± 8,37), 55,44 (± 8,00); cálcio (mg/100 mL), 17,88 (± 5,56), 22,75 (± 10,24), 22,03 (± 9,39); magnésio (mg/ 100 mL), 2,15 (± 0,39), 2,64 (± 0,67), 2,16 (± 0,26); potássio (mg/100 mL), 35,53 (± 7,54), 43,75 (± 14,32), 44,37 (± 12,83); sódio (mg/100 mL), 16,27 (± 5,92), 43,36 (± 11,34), 37,98 (± 11,34); zinco (mg/100 mL), 0,46 (± 0,26), 0,75 (± 0,25), 0,72 (± 0,26); fósforo (mg/100 mL), 9,98 (± 1,72), 9,31 (± 4,30), 8,47 (± 2,43). Com a adição do complemento, os níveis de proteína e dos minerais estudados passaram a se enquadrar nas recomendações para recém-nascidos de baixo peso. CONCLUSÃO: Com base nos resultados obtidos é justificável a complementação do leite armazenado em bancos para uso por recém-nascidos de baixo peso. O complemento desenvolvido mostrou viabilidade operacional, não interferindo na qualidade microbiológica do leite humano. Resumo em inglês OBJECTIVE: To determine the macronutrient and micronutrient contents of human milk from milk banks as well as to develop a supplement for addition to this milk that could satisfy the specific nutritional requirements of low birthweight newborns. METHOD: For the determination of macronutrients, 46 samples of pasteurized milk obtained from two milk banks were analyzed in triplicate: 26 samples of mature milk, 10 samples of foremilk and 10 samples of milk from mothers of pre (mais) term babies. Thirty of these samples (10 of each type of milk) were also analyzed for their micronutrient content. Following the determination of macronutrients and micronutrients, an easy-to-prepare supplement was developed. The supplement was made from protein hydrolysate powder and chelate minerals. RESULTS: The nutritional content varied both among the different types of milk and among the donors of the same type of milk. The levels of macronutrients and micronutrients were below the requirements for low birthweight newborns. The mean composition (and standard deviation) observed for mature milk, foremilk, and preterm milk, respectively, was as follows: fats (g/100 mL), 2.56 (± 0.8), 2.48 (± 0.91), 2.48 (± 0.76); lactose (g/100 mL), 8.6 (± 0.93), 7.05 (± 0.92), 6.56 (± 1.41); protein (g/ 100 mL), 1.07 (± 0.22), 1.71 (± 0.29), 1.72 (± 0.4); calories (kcal/100 mL), 61.67 (± 8.92), 57.36 (± 8.37), 55.44 (± 8.00); calcium (mg/100 mL), 17.88 (± 5.56), 22.75 (± 10.24), 22.03 (± 9.39); magnesium (mg/100 mL), 2.15 (± 0.39), 2.64 (± 0.67), 2.16 (± 0.26); potassium (mg/100 mL), 35.53 (± 7.54), 43.75 (± 14.32), 44.37 (± 12.83); sodium (mg/100 mL), 16.27 (± 5.92), 43.36 (± 11.34), 37.98 (± 11.34); zinc (mg/100 mL), 0.46 (± 0.26), 0.75 (± 0.25), 0.72 (± 0.26); and phosphorus (mg/100 mL), 9.98 (± 1.72), 9.31 (± 4.30), 8.47 (± 2.43). After the addition of the supplement, the protein and mineral contents reached the levels recommended for low birthweight newborns. CONCLUSION: Based on our results obtained, the supplementation of human milk from milk banks is warranted for use with low birthweight newborns. The proposed supplement was shown to be practical and safe, and it did not interfere with the microbiological quality of human milk.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Tratamento da Eclâmpsia: Estudo Comparativo entre o Sulfato de Magnésio e a Fenitoína/ Treatment of Eclampsia: Comparative Study on the Use of Magnesium Sulfate and Phenytoin

Valadares Neto, João de Deus; Bertini, Anna Maria; Taborda, Wladimir Corrêa; Parente, Joaquim Vaz
2000-10-01

Resumo em português Objetivos: comparar a eficácia do sulfato de magnésio e da fenitoína no controle das convulsões em pacientes com eclâmpsia e avaliar os efeitos de sulfato de magnésio e da fenitoína sobre o prognóstico materno e perinatal em pacientes com eclâmpsia. Métodos: estudo prospectivo, randômico e controlado no qual foram analisados, de forma comparativa, os resultados obtidos no tratamento anticonvulsivante da eclâmpsia em 77 mulheres tratadas com sulfato de magnési (mais) o ou fenitoína. As drogas que constituíram os dois esquemas terapêuticos foram distribuídas, na proporção de um para um, em caixas numeradas aleatoriamente que apresentavam características semelhantes. À medida que cada paciente era admitida, uma caixa era aberta e o esquema nela contido administrado à paciente. Resultados: observou-se que, no grupo tratado com sulfato de magnésio, 19,5% das pacientes apresentaram recidiva de convulsões, ao passo que no grupo que usou fenitoína, 36,1% manifestaram novas crises (p0,05). Conclusões: o sulfato de magnésio mostrou-se mais eficaz que a fenitoína no controle e prevenção da recidiva de convulsões em pacientes com eclâmpsia, embora sua utilização esteja associada a maior prevalência materna de hemorragia pós-parto e desconforto respiratório neonatal. A fenitoína apresenta-se como droga alternativa para o tratamento de eclâmpsia nos casos em que houver contra-indicação ao uso do sulfato de magnésio. Resumo em inglês Purpose: to compare the efficiency between magnesium sulfate and phenytoin in the control of convulsions in patients with eclampsia and to evaluate the effects of magnesium sulfate and phenytoin on the maternal and perinatal prognosis in patients with eclampsia. Methods: this is a prospective, randomized and controlled study in which the results obtained with the use of anticonvulsive treatment in 77 women with eclampsia, treated with either magnesium sulfate or phenytoin (mais) , were analyzed comparatively. The drugs which were used in both therapeutic schemes were distributed in a one to one ratio, in randomly numbered boxes which presented similar characteristics. When a patient was admitted, a box was opened and its contents were given to the patient. Results: in the group whose patients were treated with magnesium sulfate, 19.5% had recurrent convulsions while in the group whose patients used phenytoin, 36.1% had new crises (p 0,05). Conclusion: magnesium sulfate is shown to be more efficient than phenytoin in the control and the prevention of convulsions in patients with eclampsia. However, its utilization showed a higher prevalence of postpartum hemorrhage and respiratory distress. Phenytoin should be used in cases where the use of magnesium sulfate is contraindicated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Relação entre atributos de solos e oxidação de enxofre elementar em quarenta e duas amostras de solos do Brasil/ Relationship between soil attributes and elemental sulfur oxidation in 42 soil samples from Brazil

Horowitz, Nelson; Meurer, Egon José
2007-06-01

Resumo em português O uso do S-elementar como fertilizante pode reduzir custos de produção. É necessária, porém, a sua oxidação a S-sulfato, forma disponível à planta. Poucas informações são encontradas na literatura sobre a capacidade de solos brasileiros em oxidar S-elementar. Este trabalho foi realizado com os objetivos de determinar a taxa de oxidação de S-elementar em amostras de 42 solos coletadas em vários Estados do Brasil e verificar como atributos de solos podem afet (mais) ar a oxidação. O estudo foi realizado com amostras coletadas no horizonte A, na camada de 0 a 20 cm, que foram incubadas com S-elementar na dose de 10 g kg-1 de S0 no solo por 90 dias em estufa na temperatura de 27 ± 1 ºC, em frascos de vidro com capacidade para 150 mL. As amostras dos 42 solos apresentaram taxas de oxidação do S-elementar a S-sulfato que variaram de 1,95 a 21,89 µg cm-2 dia-1 de S0. A taxa de oxidação do S-elementar se correlacionou positivamente com o teor de matéria orgânica (MO) e negativamente com os teores de Al trocável e o teor inicial de S dos solos. O pH e os teores de argila, P, K disponíveis, Ca e Mg trocáveis não afetaram a taxa de oxidação do S-elementar dos solos. Resumo em inglês The use of elemental S as fertilizer can reduce costs in agriculture, but elemental-S must first be oxidized to sulfate-S to become plant-available. Little information is found in the literature about the capacity of Brazilian soils to oxidize elemental-S. This study was carried out with the objective of determining the oxidation rates of 42 soils samples from different Brazilian states to verify how soil attributes affect oxidation. Samples were collected in the A horizo (mais) n (0-20 cm layer) and incubated in 150 mL glass flasks with 10 g kg-1 of S0 for 90 days, at 27 ± 1 ºC. The samples of the 42 soils oxidized the elemental-S to sulfate-S at rates between 1.95 and 21.89 µg cm-2 day-1 of S0. The oxidation rate was positively related to soil organic matter content and inversely related to exchangeable aluminum and initial sulfur content of the soils. Soil pH and soil concentration of phosphorus, potassium, calcium, and magnesium had no effect on the oxidation rate of elemental-S.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

RESPOSTA DO ABACAXIZEIRO À ADIÇÃO DE NITROGÊNIO, POTÁSSIO E CALCÁRIO EM LATOSSOLO AMARELO DO NORDESTE PARAENSE/ RESPONSE OF PINEAPPLE TO NITROGEN, POTASSIUM AND LIMESTONE IN A YELLOW LATOSOL IN BRAZIL

VELOSO, CARLOS ALBERTO COSTA; OEIRAS, ANTONIO HENRIQUE LOPES; CARVALHO, EDUARDO JORGE MAKLOUF; SOUZA, FRANCISCO R. SARMANHO de
2001-08-01

Resumo em português O presente trabalho foi desenvolvido no período compreendido entre abril de 1997 e novembro de 1998, com o objetivo de avaliar o efeito da aplicação do nitrogênio e do potássio em diferentes níveis de calagem sobre a produtividade e qualidade do fruto do abacaxizeiro, num Latossolo Amarelo distrófico (Oxisol), no município de Capitão Poço, localizado na mesorregião do nordeste paraense. Os tratamentos constaram de quatro doses de nitrogênio (0; 6; 12 e 18 g/pl (mais) anta de N) na forma de uréia; quatro doses de potássio (0; 9; 18 e 27 g/planta de K2O) na forma de cloreto de potássio e duas doses de calcário dolomítico (0 e 1 t/ha). Utilizou-se o delineamento em blocos ao acaso, com três repetições, sendo os tratamentos dispostos em esquema de parcelas subdivididas, 4 x 4 x 2, correspondendo a quatro doses de nitrogênio, quatro doses de potássio e duas doses de calcário. Na parcela, ficaram as doses de calcário e, na subparcela, as combinações das doses de nitrogênio e potássio. Cada subparcela foi composta de 60 plantas, com 32 plantas úteis da cultivar "Pérola", espaçadas 90 cm entre fileiras duplas, 40cm entre as filas simples e 30cm entre plantas. A calagem não aumentou a produção e o teor de K nas folhas. Além disso, diminuiu o tamanho dos frutos. A adubação nitrogenada não teve efeito na produção e peso do fruto com coroa; na presença das doses de potássio, elevou o rendimento de suco do abacaxi. A adição de potássio, na forma de cloreto de potássio, aumentou a produção com a dose de 22 g/planta de K2O, sendo que foi obtida a produção máxima de 79 t/ha de frutos com coroa. O diâmetro e comprimento do fruto aumentaram com as doses de potássio, e a acidez do fruto decresceu linearmente. Os teores de Ca, Mg, N e K nas folhas aumentaram com a aplicação de calcário e de adubos nitrogenados e potássicos. Resumo em inglês This work was carried out between April 1997 and November 1998, with the objective of evaluating the effect of the nitrogen and potassium rates and liming levels on pineapple yield and fruit quality. The treatments consisted of four levels of nitrogen (0; 6; 12 and 18 g/plant of N) in the urea form; four potassium levels (0; 9; 18 and 27 g/plant of K2O) in the form of potassium chloride and two levels of dolomite lime (0 and 1 t/ha). The experimental design was randomized (mais) blocks with three replications, being the treatments arranged in split plots (4 x 4 x 2, corresponding to four doses of nitrogen, four potassium levels and two levels of lime). In the plots lime levels were applied and in the subplots combinations of the levels of nitrogen and potassium were applied. Each subplot was composed of 60 plants of cultivar "Pérola", with 32 plants used for sampling ", spaced 90 cm in double arrays, 40 cm between the simple lines and 30 cm between plants in the same line. It was verified that liming didn't influence pineapple production, but it produced a better use of the potassium, with the addition of calcium and magnesium in the soil. The application of urea did not have any effect on the fruit production and weight, in the presence of potassium levels it elevated the yield of the pineapple juice. The potassium addition in the form of potassium chloride increased the production with the level of 22 g/plant of K2O, being expected a maximum production of 79 t/ha of fruits with crown. The diameter and length of the fruit increased with the potassium levels and the acidity of the fruit decreased lineally. The levels of Ca, Mg, N and K, in the leaves increased with application of the lime of the nitrogen and potash fertilizers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Avaliação físico-química de águas minerais comercializadas na região de Campinas, SP/ Physical-chemical evaluation of mineral waters marketed in Campinas, SP

Morgano, Marcelo A.; Schatti, Ana Cláudia; Enriques, Hercília A.; Mantovani, Dilza M.B.
2002-12-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar a qualidade de águas minerais, foram analisadas amostras, adquiridas em supermercados, de oito fontes localizadas no Estado de São Paulo entre agosto de 1999 e maio de 2000, com coletas trimestrais. Os resultados das análises físico-químicas mostraram que as amostras possuíam, em sua maioria, composição química dentro dos limites permitidos pela legislação brasileira, exceto quatro amostras, que apresentaram resultados na análise de c (mais) or acima de 5 unidades PtCo, uma amostra com pH fora da faixa recomendada de 4,0 a 9,0 e uma amostra com alcalinidade em hidróxidos em duas épocas de análise. Os resultados obtidos para as diferentes amostras variaram de acordo com as seguintes faixas: pH de 6,39 a 9,92, alcalinidade de 0,0 a 189,1mg L-1 de bicarbonato, dureza de 0,00 a 136,00mg L-1 de carbonato de cálcio, cor de 0,0 a 9,0 unidades de PtCo, turbidez de 0,00 a 2,00 FTU de turvação, sulfato de 0,00 a 55,67mg L-1, sulfeto de 0,00 a 0,002mg L-1, cloreto de 0,00 a 23,53mg L-1, fluoreto de 0,02 a 0,8mg L-1, alumínio de 0,01 a 0,09mg L-1, bário de 0,00 a 0,26mg L-1, cálcio de 0,53 a 28,35mg L-1, crômio de 0,00 a 0,01mg L-1, ferro de 0,00 a 0,03mg L-1, potássio de 0,39 a 3,27mg L-1, sódio de 0,53 a 97,29mg L-1, magnésio de 0,00 a 9,10mg L-1, manganês de 0,00 a 0,05mg L-1, zinco de 0,00 a 0,03mg L-1, chumbo de 0,00 a 0,01mg L-1 e lítio de 0,00 a 0,02mg L-1. Os elementos cádmio, cobre e cobalto apresentaram-se abaixo dos limites de detecção dos métodos. Resumo em inglês Samples from eight different sources of mineral water from São Paulo State were purchased from August 1999 to May 2000 in order to evaluate the physical-chemical quality. In general, most samples were within the limits permited by the Brazilian legislation, except for four samples which showed color results above 5 PtCo units, one sample with pH outside the recommended range (pH 4 to 9) and one sample which presented hydroxide alkalinity in two different periods of sampl (mais) ing. The results varied according to the following ranges: pH from 6.39 to 9.92, alkalinity from 0.00 to 189.10mg L-1 de HCO3-1, hardness from 0.00 to 136.00mg L-1 carbonate of calcium, color from 0.0 to 9.0 units PtCo, turbidity from 0.00 to 2.00 FTU of turbidity, sulphate from 0.00 to 55.67mg L-1, sulfide from 0.00 to 0.002mg L-1, chloride from 0.00 to 23.53mg L-1, fluoride de 0.02 a 0.8mg L-1 aluminum from 0.01 to 0.09mg L-1, barium from 0.00 to 0.26mg L-1, calcium from 0.53 to 28.35mg L-1, chromium from 0.00 to 0.01mg L-1, iron from 0.00 to 0.03mg L-1, potassium from 0.39 to 3.27mg L-1, sodium from 0.53 to 97.29mg L-1, magnesium from 0.00 to 9.10mg L-1, manganese from 0.00 to 0.05mg L-1, zinc from 0.00 to 0.03mg L-1, lead from 0.00 to 0.01mg L-1 and lithium from 0.00 to 0.02mg L-1. The elements cadmium, copper and cobalt were below the limits of detection for the analytical methods.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)