Sample records for lysine
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Lisina em rações para fêmeas suínas primíparas em lactação/ Lysine in the diet of primiparous lactating sows

Paiva, Fabienne Petitinga de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Apolônio, Lourdes Romão; Torres, Ciro Alexandre Alves; Moita, Antônio Marcos Souto
2005-12-01

Resumo em português Foram utilizadas 50 fêmeas primíparas de linhagem comercial, com peso de 210,3 ± 22,5 kg, para avaliar diferentes níveis de lisina total (0,95; 1,03; 1,10; 1,18; e 1,25%) na ração, durante um período de lactação de 17,69 ± 1,17 dias. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos e dez repetições, considerando-se cada matriz a unidade experimental. O consumo total de ração não variou entre os animais dos tratam (mais) entos, sendo que as porcas consumiram em média 4,3 kg de ração por dia. O consumo de lisina aumentou de forma linear. Não se observou efeito dos tratamentos sobre os parâmetros produtivos e reprodutivos das matrizes em lactação. O ganho de peso dos leitões também não foi influenciado pelo consumo de lisina das fêmeas em lactação. Concluiu-se que porcas primíparas em lactação exigem 0,95% de lisina total na ração, correspondente a um consumo diário de 40,47 g de lisina total. Resumo em inglês Fifty crossbred primiparous sows averaging weight of 210.3 ± 22.5 kg were used to evaluate the total lysine levels (0.95, 1.03, 1.10, 1.18 and 1.25%) in the diet, during lactation (17.69±1.17 days). A randomized blocks design with five treatments and ten replicates the sow as the experimental unit was used. During the experimental period, the sows were daily fed 4.3 kg of diet. Lysine intake increased linearly, in response to the dietary lysine levels. The p (mais) roductive and reproductive parameters of the sows were not influenced by the dietary lysine levels. Piglet weight gain did not change with the sow lysine intake. It was concluded that the total lysine level correspondent to a daily intake of 40.47 g met the lysine requirements of lactating primiparous sows.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Lisina digestível para frangos de corte machos entre 12 e 22 dias de idade/ Digestible lysine for male broilers from 12 to 22 days of age

Takeara, P; Toledo, A.L; Gandra, E.R.S; Albuquerque, R; Trindade Neto, M.A
2010-12-01

Resumo em português Avaliou-se nível de lisina digestível para 1050 frangos de corte dos 12 aos 22 dias de idade. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, com cinco tratamentos, sete repetições e 30 aves por unidade experimental. Os tratamentos foram: 1,05; 1,10; 1,15; 1,20 e 1,25% de lisina digestível. Avaliaram-se ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, composição e deposição de nutrientes corporais. Foram constatados efeitos quadráticos de lisina d (mais) igestível no consumo de ração e resposta linear ascendente no peso da carcaça. Na composição química da carcaça, houve resposta quadrática do nível de lisina na concentração de proteína. As taxas de deposição proteica, deposição de água, da carcaça e do corpo total tiveram aumento linear em resposta ao acréscimo de lisina na dieta. O aumento da concentração de lisina, todavia, coincidiu com a redução da matéria mineral nas vísceras e sangue e no corpo total. Considerado o desempenho, o nível 1,1% de lisina digestível atendeu às necessidades do frango de corte entre o 12º e o 22º dia de idade. Consideradas a composição química e as taxas de deposição dos nutrientes corporais, a demanda pelo aminoácido digestível torna-se igual ou maior que 1,25% Resumo em inglês The lysine level was evaluated for 1,050 male broilers from 12 to 22 days of age. The experimental design was completely randomized with five treatments, seven replications, and 30 birds per experimental unit. The treatments were: 1.05, 1.10, 1.15, 1.20, and 1.25% of digestible lysine. Weight gain, feed intake, feed: gain ratio, body composition, and nutrient deposition were measured. There were quadratic effects of digestible lysine on feed intake and an ascendant linear (mais) effect on carcass weight. In the carcass chemical composition, there was a quadratic response of lysine level in protein concentration. The deposition rates in carcass protein, carcass water, and whole body had a linear increase as response to lysine addition to diet. The lysine level increase however coincided with the mineral decrease on blood, offal, and whole body. Basing on performance, the digestible lysine 1.1% level attended the broiler needs from 12 to 22 days of age. On the other hand, considering the chemical composition and the nutrient accretion rates, the need for digestible amino acid was equal or higher than 1.25%

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Lisina digestível e zinco orgânico para frangos de corte machos na fase de 22 a 42 dias de idade/ Digestible lysine and zinc chelate for male broilers from 22 to 42 days of age

Trindade Neto, Messias Alves da; Kobashigawa, Estela; Namazu, Lilian Bernadete; Takeara, Paula; Araújo, Lúcio Francelino; Albuquerque, Ricardo de
2010-11-01

Resumo em português Os efeitos dietéticos de lisina digestível e zinco quelato para frangos de corte machos entre 22 e 42 dias de idade foram avaliados em dois ensaios experimentais. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 5 × 2, com cinco níveis de lisina (0,841; 0,876; 0,997; 1,022 e 1,030%) e dois de zinco (43 e 243 ppm). No primeiro ensaio, utilizaram-se 900 aves com peso médio inicial de 957,4 g distribuídas em parcelas experimentais de 30 aves e trê (mais) s repetições e, no segundo ensaio, 180 frangos com peso médio inicial de 866,22 g, divididos em parcelas de três aves e seis repetições. As características avaliadas foram desempenho, rendimento de cortes e composição corporal (1º ensaio), balanço de nitrogênio e digestibilidade aparente das dietas (2º ensaio). Houve interação entre os níveis de lisina e zinco para o ganho de peso, a conversão alimentar, a matéria seca ingerida e o balanço energético. Os rendimentos de peito, coxa e sobrecoxa tiveram aumentos lineares em resposta ao acréscimo no nível de lisina digestível na dieta. O melhor desempenho foi obtido com o nível de 0,997% de lisina digestível (ou 1,134% lisina total) e de 43 ppm de zinco. Para maior rendimento dos cortes, o nível de lisina digestível recomendável deve ser no mínimo 1,002% (ou 1,139% de lisina total), independentemente dos níveis de zinco quelato. A maior inclusão de zinco em dietas para frangos de corte dos 22 aos 42 dias de idade não melhora a utilização da lisina na dieta e aumenta a deposição de gordura corporal. Resumo em inglês The dietary effects of digestible lysine and chelate zinc for male broiler chickens from 22 to 42 days of age were evaluated in two experimental assays. A complete randomized block experimental design in a 5 × 2 factorial, with five lysine levels (0.841, 0.876, 0.997, 1.022 and 1.030%) and two levels of zinc (43 and 243 ppm) was used. In the first assay, it was used 900 birds with initial average weight 957.4 g distributed in experimental units with 30 birds and three re (mais) plications and in the second assay, 180 broilers with initial average weight 866.22g split in plots with 3 birds and six replications were used. The characteristics evaluated were performance, cut yield and body composition (1st assay), nitrogen balance and apparent digestibility of diets (2nd assay). There was an interaction among levels of lysine and zinc for weight gain, feed conversion, ingested dry matter and energy balance. Yields of breast, thigh and drumstick had linear increases in response to increments in the level of digestible lysine in the diet. The best performance was obtained for level 0.997% of digestive lysine (or 1.134% total lysine) and level of 43 ppm zinc. For higher cut yields, the recommended level of digestible lysine has to be at least 1.002% (or 1.139% total lysine), regardless to the levels of chelate zinc. Greater inclusion of zinc in diets for broiler from 22 to 42 days of age does not improve the utilization of dietary lysine and increases body fat deposition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Lisina digestível para suínos machos não castrados de alto potencial genético em fase de crescimento/ Digestible lysine for pigs not castrated of high genetic potential in growth phase

Kiefer, Charles; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de
2010-07-01

Resumo em português Este estudo foi realizado com o objetivo de determinar a exigência de lisina digestível para suínos machos não castrados de alto potencial genético em fase de crescimento. Foram utilizados 320 machos não castrados e 80 castrados, com peso inicial de 27,75±1,61kg, distribuídos em delineamento experimental em blocos ao acaso composto por cinco tratamentos (0,90; 1,00; 1,10 e 1,20% de lisina digestível para não castrados e 1,10% de lisina digestível para cas (mais) trados), oito repetições, com 10 animais cada. O aumento da concentração de lisina na dieta aumentou de forma linear (P Resumo em inglês This study was conducted to determine the digestible lysine requirement for non castrated pigs of high genetic potential in growth phase. It was used 320 not castrated and 80 castrated males, with initial weight of 27.75±1.61kg, distributed in a randomized block design consisting of five treatments (0.90, 1.00, 1.10 and 1.20% digestible lysine for not castrated and 1.10% digestible lysine for castrated males), eight replicates with ten animals each. The increase of (mais) lysine concentration in the diet increased linearly (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Lisina em rações para suínos machos castrados selecionados para deposição de carne magra na carcaça dos 95 aos 110 kg/ Lysine in rations for barrows selected for lean carcass deposition from 95 to 110 kg

Oliveira, Alexandre Luiz Siqueira de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Lopes, Darci Clementino; Moita, Antonio Marcos Souto; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Freitas, Letícia Silva de
2003-04-01

Resumo em português Foram utilizados 60 suínos machos castrados, provenientes de cruzamento entre híbridos comerciais, com peso inicial médio de 95,7 ± 0,8 kg e final de 109,8 ± 1,1 kg para avaliar diferentes níveis de lisina sobre o desempenho e as características de carcaça. Foi usado o delineamento de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, seis repetições e dois animais por repetição. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 13,7% de proteína bruta, 3367 kcal de (mais) ED/kg e suplementada com cinco níveis de L-lisina-HCl, resultando em rações com 0,50; 0,60; 0,70; 0,80 e 0,90% de lisina total. O consumo de ração diário reduziu de forma linear. Entretanto, ficou caracterizada maior ingestão de lisina com o aumento da concentração dietética do aminoácido. Verificou-se efeito quadrático do nível de lisina sobre a conversão alimentar, que melhorou até o nível de 0,76% de lisina, e sobre a conversão alimentar em músculo, que reduziu de forma linear. No entanto, os dados ajustados pelo modelo "Linear Response Plateau" indicaram o nível de 0,79% para a melhor conversão alimentar em músculo. O ganho de peso, comprimento de carcaça, espessura de toucinho, rendimento de pernil, rendimento de carne magra e a área de olho de lombo não foram influenciados pelos tratamentos. Para o genótipo estudado, o nível de 0,76% de lisina total na ração foi o indicado para machos castrados, dos 95 aos 110 kg, correspondendo à ingestão diária estimada de 23,8 g de lisina. Resumo em inglês Sixty barrows from crossing between commercial hybrids with an average initial weight of 95.7 ± 0.80 kg and an average final weight of 109.8 ± 1.13 kg were used to evaluate different dietary lysine levels on performance and on carcass characteristics. The experimental design used was a randomized blocks with five treatments, six replicates and two animals per replicate. The treatments corresponded to a basal diet with 13.7% of crude protein, 3367 kcal DE/kg supplemented (mais) with five L-lysine-HCl levels, resulting in diets with 0.50; 0.60; 0.70; 0.80 and 0.90% of total lysine. The daily feed intake reduced by linear way with the increase of lysine level in diet. However, it was showed highest lysine consumption with increase of dietary aminoacid concentration. It was verified quadratic effect of treatments on the feed:gain ratio which improved until the level of 0.76% of lysine level and on feed:lean gain that reduced by linear way. However the adjusted data by Linear Response Plateau indicated the level of 0.79% to the best feed:lean gain. The weight gain, carcass lenght, backfat thickness, ham yield, lean growth yield and loin eye area were not influenced by treatments. For the genotype studied, it was concluded that barrows from 95 to 110 kg require 0.76% of total lysine in diet, corresponding to a daily lysine intake of 23.8 g.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Lisina em rações para suínos machos castrados selecionados para deposição de carne magra na carcaça dos 110 aos 125 kg/ Lysine in rations for barrows selected for lean carcass deposition from 110 to 125 kg

Oliveira, Alexandre Luiz Siqueira de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Ferreira, Aloízio Soares; Moita, Antonio Marcos Souto; Generoso, Rafaela Antônia Ramos
2003-02-01

Resumo em português Foram utilizados 48 suínos machos castrados, provenientes de cruzamento entre híbridos comerciais, com peso inicial e final médio de 110,1 ± 0,72 kg e 125,3 ± 1,23 kg, respectivamente, para avaliar níveis de lisina sobre o desempenho e características de carcaça. Foi usado o delineamento de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, seis repetições e dois animais por repetição. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 13,7% de proteína (mais) bruta e 3367 kcal de ED/kg, suplementada com quatro níveis de L-Lisina-HCl, resultando em rações com 0,50; 0,60; 0,70 e 0,80% de lisina total. Os níveis de lisina influenciaram a conversão alimentar e a conversão alimentar em músculo, que reduziram de forma linear. O consumo de lisina diário aumentou em razão dos níveis de lisina da ração Não houve efeito dos tratamentos sobre o ganho de peso, características de carcaça, rendimento de carcaça, rendimento de carne magra, rendimento de gordura e rendimento de pernil. Para o genótipo estudado, concluiu-se que suínos machos castrados, dos 110 aos 125 kg, exigem 0,80% de lisina total, correspondente a um consumo diário de 23,9 g de lisina. Resumo em inglês Fourty-eight barrows proceeding from crossing between commercial hybrids were used in a study to evaluate the different lysine levels on the performance and the carcass characteristics. The swines average initial and final weight was 110.1 ± 0.72 kg and 125.3 ± 1.23 kg, respectively. The animals were distributed in an experimental design of randomized blocks with four treatments, six replicates and two animals per replicate. The treatments corresponded to a (mais) basal diet with 13.7% of crude protein and 3367 kcal DE/kg supplemented with four levels of L-Lysine-HCl resulting in diets with 0.50, 0.60, 0.70 e 0.80% of total lysine. The lysine levels influenced the feed:gain ratio and the muscle efficiency conversion that were reduced by linear form. The daily lysine intake increased with the elevation of diet lysine levels. There was no effect of the treatments on weight gain, carcass characteristics, carcass yield, lean yield, fat yield, and ham yield. For the studied genotype it was concluded that barrows from 110 to 125 kg require 0.80% of total lysine corresponding to a daily lysine intake of 23.9 g.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Lisina digestível e zinco quelado para frangos de corte machos: desempenho e retenção de nitrogênio na fase pré-inicial/ Digestible lysine and zinc chelate to male broiler: Performance in the pre-initial phase and nitrogen retention

Namazu, Lilian Bernadete; Kobashigawa, Estela; Albuquerque, Ricardo; Schammass, Eliana Aparecida; Takeara, Paula; Trindade Neto, Messias Alves da
2008-09-01

Resumo em português Em dois ensaios experimentais, avaliaram-se níveis de lisina digestível (0,90; 1,00; 1,10; 1,20 e 1,40%) combinados a zinco quelado (43 e 253 ppm) para frangos de corte machos. Os períodos considerados foram: 1 a 11 dias de idade (desempenho) e 1 a 7 dias de idade (balanço de nitrogênio). O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso, em esquema fatorial 5 × 2. No ensaio de desempenho, utilizaram-se 7 repetições e 15 aves por unidade experimenta (mais) l e, no ensaio de digestibilidade, 6 repetições e 6 aves por unidade experimental. As dietas continham 2.960 de EM/kg e 21% de proteína bruta. Na fase de 1 a 11 dias de idade, não houve efeito de interação lisina digestível × zinco quelado no desempenho, mas verificou-se efeito quadrático dos níveis de lisina digestível sobre o peso final, o ganho de peso e o ganho de peso relativo e efeito linear crescente no consumo de ração. A conversão alimentar não diferiu com as variações dos níveis de lisina digestível e zinco na dieta. Nas condições de avaliação do desempenho, o nível ótimo de lisina digestível para frangos de corte machos mantidos em piso de concreto é de 1,19%. Na fase de 1 a 7 dias de idade, não houve influência da relação entre níveis de lisina digestível e zinco quelado no balanço de nitrogênio. A retenção de nitrogênio aumentou de forma linear crescente com o aumento da concentração de lisina digestível na dieta, o que está de acordo com o aumento linear do ganho de peso e da eficiência alimentar. A exigência de lisina digestível para frangos de corte machos de 1 a 7 dias de idade é igual ou superior a 1,40%. Resumo em inglês Two experiments were carried out to evaluate different levels of digestible lysine (0.90; 1.00; 1.10; 1.20; e 1.40%) combined with zinc chelate (43 and 253 ppm) to male broiler. The considered periods were: initial phase - performance (1 to 11 days old) and nitrogen retention (1 to 7 days old). A randomized block experimental design in a 5 × 2 factorial arrangement was used. In performance assay, 7 replications and 15 birds per experimental unit was used. In the dige (mais) stibility essay, 6 replications 6 birds for experimental unit were used. The diets contained 2.960 kcal/kg ME and 21.0% crude protein. In the initial phase, there was no digestible lysine × zinc chelate interaction on performance study, however a quadratic effect of digestible lysine on final weight, weight gain, relative weight gain and crescent linear effect in feed intake was observed. In feed: gain ratio did not differ with digestible lysine level and zinc chelate in the diet. In the performance, the better digestible lysine level for broiler raised in concrete floor is 1.19%. From 1 at 7 days old, there was no influence of the combinations of digestible lysine and zinc chelate on nitrogen balance. The nitrogen retention linearly increased as digestible lysine increased in the diet. This response coincided with linear increase of weight gain and feed: gain ratio. A digestible lysine requirement for male broilers from 1 to 7 days old is equal or bigger then 1.40% for male broiler from one at seven days of age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Níveis de lisina para leitoas selecionadas geneticamente para deposição de carne magra, dos 30 aos 60 kg, mantendo constante a relação entre lisina e metionina+cistina, treonina, triptofano, isoleucina e valina/ Levels of lysine for gilts with high genetic potential for lean meat deposition from 30 to 60 kg, mantaining constant the relation of lysine and methionine+cystine, threonine, tryptophan, isoleucine and valine

Fontes, Dalton de Oliveira; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Conhalato, Giane da Silva; Pereira, Mariana Aragão
2000-06-01

Resumo em português Foram utilizadas 40 leitoas mestiças (Hampshire, Landrace Belga, Pietran) com peso inicial médio de 30,1±1,25 kg e alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça, para avaliar diferentes níveis de lisina. Foi usado delineamento de blocos ao acaso com quatro tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 17,5% de proteína bruta, suplementada com quatro níveis de L-li (mais) sina HCl, resultando em rações com 1,00; 1,10; 1,20; e 1,30% de lisina. As rações foram suplementadas com níveis crescentes de treonina, metionina, isoleucina, valina e triptofano, resultando em rações nas quais a relação entre estes aminoácidos e a lisina se manteve constante em 67, 62, 60, 68 e 19%, respectivamente, com base na digestibilidade verdadeira. Não se observou efeito dos tratamentos sobre consumo de ração, ganho de peso diário e concentração de uréia no soro sangüíneo dos animais, entretanto, os animais pareceram ter atingido o potencial genético máximo para ganho de peso no nível de lisina de 1,10% (0,329%/Mcal de ED), correspondente a um consumo de lisina de 22 g/dia. Observou-se efeito linear sobre o consumo de lisina diário, que aumentou, e a conversão alimentar, que reduziu com o aumento do nível de lisina da ração. O nível de 1,30% (0,389%/Mcal de ED) ou 1,19% (0,356%/Mcal de ED), correspondente a um consumo de lisina total e digestível, respectivamente, de 24 e 22,1 g/dia, proporcionou os melhores resultados de conversão alimentar de leitoas dos 30 aos 60 kg, quando se utilizou o conceito de proteína ideal na formulação das rações experimentais. Resumo em inglês Forty crossbred gilts (Hampshire, Belgium Landrace, Pietran) with initial average weight of 30.1±1.25 kg and high genetic potential for lean meat deposition were used to evaluate different lysine levels. A randomized block experimental design, with four treatments, five replications and two animal per experimental unit, was used. The treatments corresponded to the basal diet with 17.5% crude protein, supplemented with L-lysine-HCl, resulting in diets with 1.00, 1.10, 1.2 (mais) 0 and 1.30% of lysine. The diets were supplemented with increasing levels of threonine, methionine, isoleucine, valine and tryptophan, resulting in diets where the amino acids:lysine ratio was constant in 67, 52, 60, 68 and 19%, respectively, based on the true digestibility. There was no effect of treatments on feed intake, daily weight gain and blood serum urea concentration of animals, however, the animals seems to reach their maximum genetic potential for weight gain at lysine level of 1.10% (0.329%/Mcal de DE), corresponding to a lysine intake of 22 g/day. There was linear effect on daily lysine intake, that increased, and on feed:gain ratio that reduced with increasing dietary lysine level. The level of 1.30% (0.389%/Mcal of DE) or 1.19% (0.356%/Mcal of DE), corresponding to a total and digestible lysine intake of 24 and 22.1 g/day, respectively, showed the best results of feed:gain ratio of gilts from 30 to 60 kg, when the ideal protein concept was used in the diet formulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Relação lisina digestível: proteína bruta em dietas para frangos de corte no período de 1 a 21 dias de idade. Desempenho e metabolismo/ Digestible lysine: crude protein ratios on initial broiler diets - performance and metabolism

Rodrigues, Kênia Ferreira; Rodrigues, Paulo Borges; Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de; Bertechini, Antonio Gilberto; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Fassani, Édison José
2008-03-01

Resumo em português Objetivou-se neste experimento testar diferentes relações lisina digestível:proteína bruta (PB) em dietas para frangos de corte na fase inicial de criação. Utilizou-se um lote misto de 1.800 aves da linhagem Cobb, com um dia de idade. O delineamento foi inteiramente casualizado com um modelo de classificação hierárquica com três níveis de PB e quatro relações lisina digestível:PB. No ensaio de desempenho, as rações foram fornecidas a 30 aves em cada uma da (mais) s cinco repetições. Aos 21 dias de idade, avaliaram-se consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar. Não houve efeito significativo das diferentes relações dentro dos três níveis de PB. Observou-se comportamento linear do ganho de peso nas relações de lisina dentro dos níveis de 18,5 e 21,5% de PB. A conversão alimentar melhorou linearmente segundo as relações de lisina dentro dos três níveis de PB estudados. O rendimento de carcaça elevou-se linearmente com o aumento das relações no nível de 15,5% de PB, não sendo significativo nos demais níveis. No ensaio de metabolismo, as relações lisina digestível:proteína bruta apresentaram efeito linear sobre a EMAn (21,5% de PB) e excreção de nitrogênio (18,5% de PB) e efeito quadrático sobre a EMAn (15,5 e 18,5% de PB) e o coeficiente de retenção de N (15,5% de PB). Considerando os resultados de ganho de peso, a relação ideal de lisina digestível:proteína bruta na fase inicial foi de 6,8% (18,5% de PB) e 5,9% (21,5% de PB) ou 1,26 e 1,27% de lisina digestível. Os teores de PB das rações para frangos de corte na fase inicial podem ser reduzidos para 18,5%, sem afetar o desempenho das aves, mas reduzindo a excreção de nitrogênio em 24%, desde que as rações sejam suplementadas com aminoácidos sintéticos. Resumo em inglês The experiment aimed to test different ratios digestible lysine:crude protein (CP) in diets for broiler until 21 days. One thousand and eight hundred 1-d birds of Cobb strain were allotted to a completely randomized design with a hierarchical rank model with three levels of CP and four ratios digestible lysine:CP was used. In the performance trial, the diets were fed to 30 birds in each of the five replicates. At 21 days of age, feed intake, weight gain and feed conversio (mais) n were evaluated. A linear increase on weight gain was observed in the 18.5 and 21.5% of CP levels. Feed conversion improved linearly according to the ratios of lysine within the three levels of CP studied. Carcass yield increased linearly with increasing rations at the level of 15.5% of CP, it not being significant at the other levels of CP studied. In the metabolism trial, the ratios digestible lysine:CP showed linear effect on EMAn (21.5% of CP) and nitrogen excretion (18.5% of CP), quadratic effect on EMAn (15.5 and 18.5% of CP) and N retention coefficient (15.5% of CP). Based on the results of weight gain, the ideal digestible lysine:CP ratio in the initial phase was of 6.8% (18.5% of CP) and 5.9% (21.5% of CP), or 1.26 and 1.27% of digestible lysine. The dietary CP contents fed to broilers in the initial phase can be reduced to 18.5%, with no effect on bird performance, but by decreasing nitrogen excretion to 24%, since the diets are supplemented with synthetic aminoacids.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Relação lisina digestível: proteína digestível em rações para tilápias-do-nilo/ Digestible lysine/digestible protein ratio in diets for Nile tilapia

Gonçalves, Giovani Sampaio; Pezzato, Luiz Edivaldo; Barros, Margarida Maria; Tachibana, Leonardo; Rosa, Maria Julia Santa; Guimarães, Igo Gomes
2009-12-01

Resumo em português Este estudo foi realizado para determinar a melhor relação lisina digestível:proteína digestível em rações para juvenis de tilápia-do-nilo. As tilápias (11,0 ± 0,43 g) foram distribuídas em 36 aquários (250 litros) numa densidade de seis peixes/aquário. Foram formuladas 12 rações com 22,0; 26,0 ou 30,0% de proteína digestível, com base na composição em aminoácidos digestíveis, e 4,5; 6,0; 7,5 ou 9,0% de lisina, em relação à proteína digestí (mais) vel, fornecidas à vontade durante 60 dias. Houve interação significativa dos fatores lisina digestível/proteína digestível para o ganho de peso, uma vez que o aumento dos níveis de lisina em rações com 26,0 e 30,0% de proteína digestível promoveu aumento linear desse parâmetro. Os melhores valores de conversão alimentar foram obtidos com os níveis de 26,0 e 30,0% proteína digestível, que determinaram aumento do consumo diário de proteína digestível. O nível de lisina promoveu redução linear da conversão alimentar e aumento linear da taxa de eficiência proteica. O nível de 26,0% de proteína digestível pode ser utilizado em rações para juvenis de tilápiado-nilo, entretanto essas rações devem ser formuladas com aminoácidos digestíveis e relação lisina digestível/proteína digestível de 6,0%. Quando utilizados níveis superiores a 26,0% de proteína digestível, o nível máximo de 7,5% de lisina digestível em relação à proteína digestível melhora o ganho de peso na espécie. Resumo em inglês This study was carried out to determine the best digestible protein/digestible lysine ratio that should be present in feed fed to Nile tilapias. Two hundred and sixteen tilapias (11.0 ± 0.43g) were distributed in 36 fish tanks (205 L) at a density of 6 fish/tank. Twelve feeds were formulated with three different digestible protein (DP) levels 22.0; 26.0 and 30.0% (based on digestible amino acids) and four different lysine percentages of 4.5; 6.0; 7.5 or 9.0% in rel (mais) ation to digestible protein. The fish were fed ad libtum during a 60-day period. There was significant effect of the digestible protein and digestible lysine ratio on weight gain, because the increase in lysine levels in feeds with 26 and 30% DP promoted linear increase in this parameter. The best values for feed conversion were obtained at the levels 26 and 30% DP that increased the daily consumption of digestible protein. The lysine level caused a linear reduction in feed conversion and linear increase in the protein efficiency rate. The results suggested that the 26% DP level might be used in ration to feed Nile tilapia juveniles; however, these should contain digestible amino acids and the digestible lysine/digestible protein ratio should be 6.0%. However, for levels higher than 26% DP, a maximum digestible lysine level of 7.5% DP improved weight gain for the species.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Níveis de lisina digestível em rações, utilizando-se o conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados de alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça dos 60 aos 95 kg/ Dietary digestible lysine levels based on the ideal protein concept for barrows with high genetic potential for lean gain in the carcass from 60 to 95 kg

Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Oliveira, Alexandre Luiz Siqueira de; Santos, Fabrício de Almeida; Pereira, Adriana Aparecida
2007-02-01

Resumo em português Foram utilizados 40 leitões machos castrados (peso inicial de 60,43 ± 1,56 kg e peso final de 95,66 ± 3,22 kg) de alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça para avaliar o efeito de níveis de lisina digestível, utilizando-se o conceito de proteína ideal, sobre o desempenho e as características de carcaça. Os animais foram distribuídos em delineamento de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidad (mais) e experimental. Os tratamentos consistiram de uma ração basal com 16,48% de PB, suplementada com L-lisina HCL, resultando em rações com 0,70; 0,80; 0,90 e 1,00% de lisina digestível. As rações foram suplementadas com níveis crescentes de aminoácidos sintéticos, resultando em rações com relações constantes entre os aminoácidos essenciais e a lisina, com base na digestibilidade verdadeira. Não houve efeito dos níveis de lisina digestível sobre o consumo de ração. Observou-se efeito quadrático dos tratamentos sobre o ganho de peso diário e a conversão alimentar, que aumentaram até os níveis estimados de 0,87 e 0,93% de lisina digestível, respectivamente. Os tratamentos afetaram de forma quadrática a concentração de uréia no plasma dos animais, que diminuiu até o nível de 0,83% de lisina digestível. Os níveis de lisina digestível das rações promoveram efeito linear crescente sobre o consumo diário de lisina, mas não influenciaram o comprimento de carcaça pelo método brasileiro, a área de olho-de-lombo, a espessura de toucinho no ponto P2 e os rendimentos de carne magra, gordura, pernil e lombo. O rendimento de carcaça reduziu conforme diminuíram os níveis de lisina digestível da ração. Os tratamentos influenciaram de forma quadrática a conversão alimentar em músculo, que melhorou até o nível de 0,94% de lisina digestível. O nível de 0,94% de lisina digestível verdadeira, correspondente a um consumo de 26,22 g/dia de lisina digestível (2,83 g de lisina digestível/Mcal de EM) proporcionou os melhores resultados de desempenho e características de carcaça em suínos machos castrados dos 60 aos 95 kg. Resumo em inglês Forty barrows with high genetic potential for lean gain in the carcass averaging initial and final body weights of 60.43 ± 1.56 kg and 96.66 ± 3.22 kg, respectively, were used to evaluate the effect of dietary digestible lysine levels based on the ideal protein concept, on performance and carcasss characteristics. The animals were assigned to a randomized blocks design, with four treatments, five replicates and two animals per experimental unit. The treatments consisted (mais) of a basal diet formulated to contain 16.48% of CP, that was supplemented with increasing levels of HCL-L-lysine (0.70, 0.80, 0.90, and 1.00% of digestible lysine). The diets were supplemented with constant synthetic amino acids: lysine ratios based on the true digestibility. No treatment effect on feed intake was observed. It was observed quadratic treatment effects on daily weight gain and feed:gain ratio, that increased up to the estimated levels of 0.87 and 0.93% of digestible lysine, respectively, and also on plasma urea concentration, that decreased up to the estimated level of 0.83% of digestible lysine. Linear increasing treatment effect on daily lysine intake was observed, but no treatment effect on carcass length by Brazilian method, Longissimus dorsi muscle area, fat depth (10th rib), and yields of lean meat, fat, ham, and loin was observed. Carcass yield decreased as the dietary lysine levels increased. It was observed quadratic treatment effect on muscle feed:gain ratio, that increased up to the level of 0.94% of digestible lysine. The 0.94% true digestible lysine level, that corresponds to a digestible lysine intake of 26.22 g/day (2.83 g of Lys/Mcal of ME), resulted in better performance and carcass characteristics of barrows from 60 to 95 kg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Níveis de lisina digestível em rações, em que se manteve ou não a relação aminoacídica, para frangos de corte de 1 a 21 dias de idade, mantidos em estresse por calor/ Digestible lysine levels in diets maintaining or not the relationship of amino acids for broilers from 1 to 21 days of age kept under heat stress

Valerio, Sandra Roseli; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Orlando, Uislei Antonio Dias; Vaz, Roberta Gomes Marçal Vieira
2003-04-01

Resumo em português Dois ensaios foram conduzidos para avaliar os efeitos de níveis de lisina digestível em rações em que se manteve ou não a relação aminoacídica sobre o desempenho de frangos de corte machos de 1 a 21 dias de idade, criados em alta temperatura. O delineamento experimental utilizado em ambos os ensaios foi o inteiramente casualizado. As aves, no ensaio 1, foram distribuídas em cinco tratamentos (0,92; 0,98; 1,04; 1,10 e 1,16% de lisina digestível em ração convenc (mais) ional), oito repetições e dez aves por repetição. No ensaio 2, os frangos foram distribuídos em quatro tratamentos (1,04; 1,10; 1,16 e 1,22% de lisina digestível em rações mantendo a relação aminoacídica), oito repetições e dez aves por repetição. No ensaio 1, os tratamentos influenciaram quadraticamente o ganho de peso e o consumo de ração, que aumentaram até os níveis de 1,14 e 1,09% de lisina, respectivamente. Embora a conversão alimentar tenha melhorado de forma linear, o modelo LRP foi o que melhor se ajustou aos dados, estimando em 1,097% o nível de lisina a partir do qual ocorreu um platô. Não houve efeito dos tratamentos sobre os pesos absolutos do coração, fígado e intestinos, enquanto o peso absoluto da moela aumentou linearmente. O peso absoluto da carcaça aumentou, enquanto os pesos relativos do coração e do fígado reduziram quadraticamente com os tratamentos. No ensaio 2, os tratamentos influenciaram de forma linear crescente o ganho de peso e a conversão alimentar, enquanto o consumo de ração não variou. Os tratamentos influenciaram linearmente o peso absoluto da carcaça, enquanto os pesos absoluto e relativo das vísceras não variaram. Concluiu-se que frangos de corte machos, de 1 a 21 dias de idade, mantidos em estresse por calor, exigem, no mínimo, 1,14 e 1,22% de lisina digestível em ração convencional e em ração em que se manteve a relação aminoacídica, respectivamente. Resumo em inglês Two trials were conducted to evaluate the effects of digestible lysine levels in diets maintaining or not the relationship of amino acids, on performance of broilers from 1 to 21 days, kept under heat stress. A completely randomized experimental design was used in both trials. In the trial 1, the broilers were allotted in five treatments (0.92; 0.98; 1.04; 1.10 and 1.16% of lysine in conventional diets), eight replicates and ten broilers per replicate. In the trial 2, the (mais) broilers were allotted in four treatments (1.04; 1.10; 1.16 and 1.22% of lysine in diet maintaining the relationship of amino acids), eight replicates and ten broilers per replicate. In the trial 1, the digestible lysine levels influenced quadraticly the weight gain and the feed intake that increased up to 1.14 and 1.09%, respectively. Although feed:gain ratio had changed by linear way, the LRP model adjusted better to the data, estimating in 1.097% the lysine level where occurred a "plateau". There was no effect of treatments on absolute weights of heart, liver and intestines, while the absolute weight of gizzard increased linearly. The absolute weight of carcass increased while the relative weights of heart and liver reduced quadraticly. In the trial 2, the treatments influenced in a crescent linear way the weight gain and the feed:gain ratio while the feed intake was not influenced. The treatments influenced linearly the absolute weight of carcass while the absolute and relative weights of the organs were not influenced. It was concluded that male broilers, in the period from 1 to 21 days of age, kept under heat stress, require at least 1.14 and 1.22% of digestible lysine in conventional diet and in diet maintaining the relationship of amino acid, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Níveis de lisina digestível em rações, em que se manteve ou não a relação aminoacídica, para frangos de corte de 22 a 42 dias de idade, mantidos em estresse por calor/ Digestible lysine levels in diets maintaining or not the amino acids relation for broilers from 22 to 42 days of age kept under heat stress

Valério, Sandra Roseli; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Gomes, Paulo Cezar; Apolônio, Lourdes Romão; Resende, Wilkson de Oliveira
2003-04-01

Resumo em português Dois ensaios foram conduzidos para determinar a exigência de lisina digestível de frangos de corte machos dos 22 aos 42 dias de idade, recebendo rações em que se manteve ou não a relação aminoacídica e criados em estresse por calor. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado em ambos os ensaios. As aves, no ensaio 1, foram distribuídas em cinco tratamentos (níveis de lisina em rações convencionais) e seis repetições, com sete aves cada. No ensaio 2, (mais) os frangos foram distribuídos em quatro tratamentos (níveis de lisina em rações mantendo a relação aminoacídica) e seis repetições, com sete aves cada. Em ambos os ensaios, os tratamentos influenciaram de forma linear crescente o ganho de peso. Embora a conversão alimentar tenha melhorado de forma linear, o modelo LRP foi o que melhor se ajustou aos dados, estimando em 0,92 e 1,022% os níveis de lisina a partir dos quais ocorreu um platô, em rações mantendo ou não a relação aminoacídica, respectivamente. Não se verificou efeito dos tratamentos sobre o consumo de ração e sobre os pesos absoluto e relativo da carcaça das aves quando se manteve ou não a relação aminoacídica. Os níveis de lisina aumentaram linearmente o peso absoluto e o rendimento de peito dos frangos, independentemente de ter sido mantida ou não a relação aminoacídica. No ensaio 1, os pesos absoluto e relativo da coxa e da sobrecoxa não foram influenciados pelos tratamentos, enquanto os pesos absoluto e relativo da gordura abdominal reduziram de forma linear. No ensaio 2, o peso absoluto de coxa aumentou linearmente com os níveis de lisina. No entanto, os tratamentos não influenciaram os pesos absoluto e relativo da sobrecoxa e da gordura abdominal. Concluiu-se que frangos de corte machos, no período de 22 a 42 dias de idade, mantidos em estresse por calor, exigem, no mínimo, 0,955 e 1,022% de lisina digestível em ração convencional e em ração em que se manteve a relação aminoacídica, respectivamente. Resumo em inglês Two trials were conduced to determinate the requirement of digestible lysine of broilers from 22 to 42 days, feeding diets maintaining or not the relationship of amino acids, kept under heat stress. A completely randomized experimental design was used in both trials. In trial 1, the broilers were allotted in five treatments (lysine levels in conventional diets) and six replicates with seven broilers in each. In trial 2, the broilers were allotted in four treatments (diets (mais) with different lysine levels, maintaining the relationship of amino acids) and six replicates with seven broilers in each. In both trials, the treatments improved in a linear way the weight gain and feed:gain ratio. However, although the feed:gain ratio had been improved by linear way, the LRP model better adjusted to the data, estimating in 0.92 and 1.022% the level of lysine where occurred a plateau, when it was used the conventional diet and it was considered the relationship of amino acids. There was no effect of treatments on feed intake and on relative and absolute weight of broiler's carcass when the relationship of amino acid was maintained or not. The lysine levels increased linearly the absolute weight and yield of breast of broilers, independent of maintained or not the profile of the amino acid. In the trial 1, the absolute and relative weights of thigh and drumstick were not influenced by treatments. The absolute and relative weights of abdominal fat were reduced in a linear way by lysine levels. In the trial 2, the absolute weight of thigh increased linearly with lysine levels of diet. There was no effect of the treatments on absolute and relative weights of drumstick and abdominal fat. It was concluded that male broilers, in the period from 22 to 42 days of age, kept under heat stress require at least 0.955 and 1.022% of digestible lysine in the conventional diet and in the diet maintaining the amino acid profile, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Níveis de lisina para frangos de corte nos períodos de 22 a 42 e de 43 a 49 dias de idade, mantendo a relação metionina + cistina/ Levels of lysine for broilers in the periods from 22 to 42 and from 43 to 49 days old, maintaining the methionine + cystine ratio

Amarante Júnior, Valene da Silva; Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Barros, Leilane da Rocha; Nascimento, Germano Augusto Jerônimo do; Brandão, Patrícia Araújo; Silva, José Humberto Vilar da; Pereira, Walter Esfrain; Nunes, Ricardo Vianna; Costa, Janaine Sena da; Ribeiro, Marcelo Luís Gomes
2005-08-01

Resumo em português Foram conduzidos dois experimentos com o objetivo de determinar as exigências de lisina para frangos de corte machos, da linhagem Ross, de 22 a 42 e de43 a 49 dias de idade, mantendo-se relação em 71% de Met+cis:lisina. Utilizaram-se, em cada experimento, 900 frangos com peso médio inicial de 780 g aos 22 dias e de 2.556 g aos 43 dias de idade, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos, seis repetições e 25 aves por unidade expe (mais) rimental. Os tratamentos consistiram de seis diferentes níveis de lisina, de acordo com a fase, mantendo-se a relação met + cis:lisina. As exigências nutricionais mínimas, exceto para lisina e para metionina + cistina, foram atendidas. Foram avaliados consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar, rendimento de carcaça e dos principais cortes, sendo as exigências de lisina estimadas por meio de modelos de regressão. Considerando-se os dados obtidos, as exigências nutricionais de lisina total foram estimadas em 1,140% para máximo desempenho, no período de 22 a 42 dias de idade, e de 1,024% para máximo desempenho e rendimento de carcaça e peito, no período de 43 a 49 dias de idade. Resumo em inglês Two experiments were conducted with the objective of evaluating the lysine requirements for Ross broilers, males, from 22 to 42 and 43 to 49 days old, maintaining 71% met + cys:lys ratio. Nine hundred broilers averaging initial body weight of 780 g at 22 days old and 2.556 g at 43 days old were used in each experiment and allotted to a completely randomized experimental design, with six treatments, six replicates and 25 birds by experimental unit. The treatments consisted (mais) of six different synthetic lysine levels, according to the phase and the fixed ratio. Minimum nutrition requirements, except lysine and met + cys, were met. Feed intake, body weight gain, feed gain ratio, carcass yield and the prime cuts yield were evaluated. The lysine requirements were estimated by the regression models. Considering the performance data, the nutritional requirements of total lysine were of 1.140% for maximum performance, in the period from 22 to 42 days old, and of 1.024% for maximum performance and carcass and breast yield, in the period from 43 to 49 days old.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Níveis de lisina digestível em rações, utilizando-se o conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados de alto potencial genético, dos 30 aos 60 kg/ Dietary digestible lysine requirements, based on the ideal protein concept, for barrows with high genetic potential from 30 to 60 kg

Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Oliveira, Alexandre Luiz Siqueira de; Haese, Douglas; Pereira, Adriana Aparecida
2007-02-01

Resumo em português Objetivou-se determinar o efeito de níveis de lisina digestível, utilizando-se o conceito de proteína ideal, sobre o desempenho e as características de carcaça de 40 leitões machos castrados (peso inicial de 30,02 ± 1,38 kg e peso final 60,44 ± 1,81 kg) de alto potencial genético para deposição de carne magra. Os animais foram distribuídos em delineamento de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental. Os (mais) tratamentos consistiram de uma ração basal (18,08% de PB e 3.250 kcal de EM/kg) suplementada com L-lisina HCL, resultando em rações com 0,80; 0,90; 1,00 e 1,10% de lisina digestível. As rações foram suplementadas com níveis crescentes de aminoácidos sintéticos, mantendo-se constantes as relações entre os níveis desses aminoácidos essenciais e os de lisina, com base na digestibilidade verdadeira. Não houve efeito dos tratamentos sobre o consumo de ração, o ganho de peso diário e a concentração de uréia no plasma dos animais. Observou-se comportamento linear da conversão alimentar, que melhorou, e do consumo de lisina digestível diário, que aumentou em função dos níveis de lisina digestível da ração. Os tratamentos não influenciaram as porcentagens de água, proteína e gordura e a deposição de gordura na carcaça dos animais. Os níveis de lisina digestível afetaram de forma linear crescente a deposição de proteína na carcaça. O nível de 1,10% de lisina digestível, correspondente a um consumo de lisina digestível de 21,94 g/dia (3,43 g de Lis/Mcal de EM) proporcionou os melhores resultados de desempenho e características de carcaça de suínos machos castrados de alto potencial genético dos 30 aos 60 kg. Resumo em inglês The effect of increasing dietary digestible lysine levels, based on the ideal protein concept, on performance and carcass characteristics of forty barrows with high genetic potential for lean gain averaging initial and final body weights of 30.02 ± 1.38 kg and 60.44 ± 1.81 kg, respectively, was evaluated in this experiment. The animals were assigned to a randomized blocks design, with four treatments, five replicates and two animals per experimental unit. The treatments (mais) consisted of a basal diet (18.08% of CP and 3,250 kcal of ME/kg) supplemented with increasing levels of HCL-L-lysine (0.80, 0.90, 1.00, and 1.10% of digestible lysine). The diets were supplemented with constant synthetic amino acids:lysine ratios based on the true digestibility. No treatment effects on feed intake, daily weight gain and plasma urea concentration were observed. Feed:gain ratio and digestible lysine intake increased linearly as the dietary digestible lysine levels increased. No significant treatment effects on percentages of water, protein and fat and carcass fat deposition were observed. It was observed increasing linear effect of treatments on carcass protein deposition. The 1.10% digestible lysine level, that corresponds to a digestible lysine intake of 21.94 g/day (3.43 g of Lys/Mcal of ME), resulted in the best performance and carcass characteristics of barrows with high genetic potential from 30 to 60 kg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Níveis de lisina digestível em rações, utilizando-se o conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados de alto potencial genético dos 15 aos 30 kg/ Dietary digestible lysine levels, using the ideal protein concept, for barrows with high genetic potential from 15 to 30 kg

Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Oliveira, Alexandre Luis Siqueira de; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Moita, Antônio Marcos Souto
2006-06-01

Resumo em português Foram utilizados 40 leitões machos castrados, de alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça, com pesos inicial e final de 15,76 + 0,93 e 30,23 + 1,56 kg, respectivamente, para avaliar o efeito de níveis de lisina digestível, utilizando-se o conceito de proteína ideal, sobre o desempenho e a composição da carcaça. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 19,46% de PB e 3.280 kcal de EM/kg, suplementada com L-lisina HCl, resulta (mais) ndo em rações com 0,90; 1,.00; 1,10 e 1,20% de lisina digestível. As rações foram suplementadas com níveis crescentes de aminoácidos sintéticos, resultando em rações com relações constantes entre metionina + cistina, treonina, triptofano e valina com a lisina (60, 60, 19 e 69%, respectivamente), com base na digestibilidade verdadeira. Não se observou efeito dos tratamentos sobre o consumo diário de ração, a concentração de uréia no plasma e as porcentagens de água, proteína e gordura na carcaça dos animais. Houve efeito quadrático dos níveis de lisina digestível sobre o ganho de peso diário, que aumentou até o nível estimado de 1,10% de lisina na ração, e a conversão alimentar, que melhorou até o nível estimado de 1,12%. Houve efeito dos tratamentos sobre o consumo diário de lisina, que aumentou de forma linear. As deposições de proteína e gordura na carcaça foram influenciadas de forma quadrática, aumentando até os níveis estimados de 1,12 e 1,08% de lisina digestível, respectivamente. O nível de 1,12% de lisina digestível foi o que proporcionou os melhores resultados de desempenho e de características de carcaça de suínos machos castrados de alto potencial genético na fase de 15 a 30 kg, o que correspondeu a um consumo de lisina digestível de 12,03 g/dia (3,42 g de Lis/Mcal de EM). Resumo em inglês Fourty barrows with high genetic potential for lean gain averaging initial and final body weights of 15.76 + 0.93 kg and 30.23 + 1.56 kg, respectively, were used to evaluate the effect of digestible lysine levels, using the ideal protein concept, on the performance and carcass composition. The treatments were composed of a basal diet containing 19.46% crude protein and 3,280 kcal of ME/kg, that were supplemented with different levels of HCl-L-Lysine, resulting in diets wi (mais) th 0.90, 1.00, 1,10, and 1.20% of digestible lysine. The diets were supplemented with increasing levels of synthetic amino acids, resulting in diets with ratios of methionine + cystine, threonine, tryptophan and valine:lysine constant in 60, 60, 19 e 69%, respectively, based on the true digestibility. No treatment effects on feed intake, concentration of plasma urea and percentages of water, protein and fat in the carcass were observed in this trial. However, significant quadratic effects on weight gain and feed:gain ratio with quadractic maximum and minimum of 1.10 and 1.12% of lysine, respectively, were detected. Intake of digestible lysine increased linearly among treatments. The depositions of protein and fat in the carcass answered quadractily with quadratic maxima at 1.12 and 1.08%, respectively. The level of digestible lysine that provided the best results of performance and carcass characteristics of barrows with high genetic potential from 15 to 30 kg was of 1.12% of true digestible lysine, corresponding to a digestible lysine intake of 12.03 g/day (3.42 g of Lys/Mcal of ME).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Níveis de lisina mantendo a relação aminoacídica para frangos de corte no período de 1 a 21 dias de idade, em diferentes ambientes térmicos/ Levels of lysine maintaining the amino acid relation for broilers from 1 to 21 days of age in different thermal environments

Cella, Paulo Segatto; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Ferreira, Aloízio Soares; Gomes, Paulo Cezar; Valerio, Sandra Roselí; Apolonio, Lourdes Romão
2001-04-01

Resumo em português Foram utilizados 480 pintos de corte, machos, Ross, com peso inicial de 43±0,2 g, no período de 1 a 21 dias de idade, distribuídos em um delineamento experimental em esquema fatorial 2 x 4, dois ambientes (conforto térmico e alta temperatura) e quatro níveis de lisina total (1,1; 1,2; 1,3; e 1,4%), com seis repetições e 10 aves por unidade experimental. Verificou-se efeito do ambiente sobre o consumo de ração (CR) e o ganho de peso (GP), que foram maiores no ambi (mais) ente de conforto, enquanto a conversão alimentar (CA) e a eficiência de utilização de lisina foram melhores no ambiente de alta temperatura. No ambiente de conforto térmico, o GP e o consumo de lisina aumentaram com os níveis de lisina da ração e a eficiência de utilização de lisina para GP melhorou de forma linear. Na alta temperatura, os níveis de lisina da ração influenciaram o GP e o consumo de lisina, que aumentaram de forma linear, e melhoraram também, de forma linear, a eficiência de utilização de lisina para GP. A conversão alimentar melhorou de forma quadrática até o nível de 1,29% de lisina. Apesar do aumento linear, o modelo LRP foi o que melhor se ajustou aos dados de GP, estimando em 1,24% o nível de lisina, a partir do qual ocorreu um platô. A alta temperatura ambiente influenciou negativamente o GP e CR, embora tenha melhorado a CA. Frangos de corte de 1 a 21 dias exigiram 1,4 e 1,29% de lisina total, respectivamente, nos ambientes de conforto e alta temperatura. Resumo em inglês Four hundred and eighty Ross broiler male, with initial weight of 43 ± 0.2 g, from 1 to 21 days of age, were allotted to an experimental design in 2 x 4 factorial arrangement, two environments (high temperature and thermal comfort) and four levels of total lysine (1.1, 1.2, 1.3 and 1.4%) with six replicates and ten birds/experimental unity. Feed intake (FI) and weight gain (WG) were higher in the thermoneutral environment, while the feed: gain ratio (F/G) and the efficie (mais) ncy of utilization of lysine were better at the high environmental temperature. At the thermal comfort environment, the WG and lysine intake increased with the dietary lysine levels in the diet and the efficiency of lysine utilization for WG linearly improved. At the high temperature environment, the lysine levels influenced the WG and lysine intake, which linearly increased, and also improved, in a linear response, the efficiency of lysine utilization for WG. The feed: gain ratio improved in a quadratic way up to the level of 1.29% of lysine. Despite of the linear response, the LRP model was the one that better fitted the WG data, estimating the lysine level in 1.24%, the plateau point. The high temperature environment negatively influenced WG and FI, even so improved the FC. Broilers from 1 to 21 days of age need 1.4 and 1.29% of total lysine, in thermal comfort and high temperature environments, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Níveis de lisina para leitões na fase inicial-1 do crescimento pós-desmame: composição corporal aos 11,9 e 19,0 kg/ Lysine level for piglets in the initial phase of post-weaning growth: I. Body composition at 11.9 and 19.0 kg

Trindade Neto, Messias Alves da; Petelincar, Izabel Marin; Berto, Dirlei Antônio; Schammass, Eliana Aparecida; Bisinoto, Kátia Sardinha; Caldara, Fabiana Ribeiro
2004-12-01

Resumo em português Quarenta e oito leitões híbridos comerciais, machos castrados e fêmeas, com 5,5 ± 0,21 kg foram distribuídos em blocos ao acaso, com quatro tratamentos e seis repetições, para determinar a melhor concentração de lisina até os 11,9 ± 0,35 kg (fase inicial-1) e os efeitos subseqüentes até os 19,0 kg (fase inicial-2). A composição química das frações corporais e a deposição de tecido muscular na carcaça e no corpo vazio foram determinadas. As (mais) concentrações de lisina total utilizadas na primeira fase pós-desmame foram 1,16 a 1,46%. Não foi observado efeito na composição química do sangue e das vísceras, caracterizando a independência das concentrações de lisina. As respostas para acúmulo protéico e água da carcaça e do corpo vazio foram ascendentes com o aumento de lisina, caracterizando a maior eficiência na utilização e direcionamento do nutriente para a síntese protéica da musculatura esquelética. Na segunda fase, não foram observados efeitos, mas os animais que, anteriormente, receberam menores níveis de lisina tenderam acumular mais proteína e água na carcaça e no corpo vazio. Possivelmente, encontrando-se em déficit de lisina, fisiologicamente tolerável, a nova dieta supriu parte da demanda anterior, porém pode não ter atendido à demanda para síntese protéica dos animais que se encontravam em maior ascensão de síntese e acúmulo protéico na fase inicial-1. As respostas favoráveis ao aumento da concentração de lisina na dieta de leitões entre 5,5 e 11,9 kg de peso vivo recomendam novos estudos utilizando níveis de lisina superiores aos empregados, combinados com maiores níveis de energia metabolizável, a fim de estabelecer a eficiência máxima de deposição protéica. Estudos nas fases subseqüentes devem complementar informações de melhor aporte nutricional para o suíno. Resumo em inglês Forty eight commercial hybrids, barrows and females with 5.47 ± 0.21 kg, were allotted to a randomized block design with four treatments and six replications, to determine the best lysine level until 11.9 ± .35 kg and subsequent effects at 19.0 kg. The chemical composition of body fractions and the carcass and empty body accretion rates were determined. The studied digestible lysine levels in the nursery phase were 1.16 at 1.46%. No effects were observed on (mais) the chemical composition of the offal and blood, characterizing independence of lysine levels. The response to carcass and empty body accretion rates of protein and water was ascendant, as lysine levels increased, characterizing higher efficiency of utilization and direction of lysine for protein synthesis of the musculature. In the second phase, significant effects were observed, but the animals that were previously fed diet with smaller lysine levels tended to accumulate more protein and water in the carcass and empty body. Possibly, being in nutritional deficit, physiologically tolerate, the new diet provided the previous demand, but can not provide the demand for protein synthesis of the animals that were fed higher accretion rates of protein and synthesis ascent in the initial-1 phase. The positive responses for increasing lysine concentration in the diet of piglets from 5.5 to 11.9 kg suggest a need for new evaluations with lysine and metabolizable energy levels above the ones used, in order to establish the maximum efficiency of protein accretion rates. Studies in subsequent phases may add information of better nutritional levels for pig.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Níveis de lisina digestível com dois balanços eletrolíticos para pintos de corte na fase inicial, de 1 a 21 dias de idade/ Level digestible lysine with two electrolyte balances for broiler chicks at the starting phase (1-21 day)

Campestrini, Evandro; Barbosa, Maria José Baptista; Nunes, Ricardo Vianna; Gasparino, Eliane; Silva, Wagner Thiago Mozer da; Khül, Rodrigo
2010-01-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar os níveis de lisina digestível para frangos de corte na fase inicial (1 a 21 dias de idade) utilizando-se dois balanços eletrolíticos. Foram utilizados 800 pintos de corte machos, da linhagem Cobb, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 × 5, composto de cinco níveis de lisina (1,021; 1,276; 1,531; 1,786; 2,042) e dois balanços eletrolíticos (190 e 255 mEq/kg), com qua (mais) tro repetições de 20 aves por unidade experimental. Houve interação para peso final, ganho de peso e consumo de ração e, com o balanço eletrolítico de 190 mEq/kg, o melhor peso final e ganho de peso foram obtidos com o nível de 1,515% de lisina. Para o balanço eletrolítico de 255 mEq/kg, o melhor peso final e ganho de peso foi observado com o nível de 1,801% de lisina digestível. A conversão alimentar melhorou de forma linear decrescente com o aumento dos níveis de lisina digestível. Os valores de ácido úrico e proteína total não diferiram, entretanto os níveis de cálcio apresentaram interação entre os balanços eletrolíticos e os níveis de lisina. A exigência de lisina digestível para a fase inicial, de 1 a 21 dias de idade, varia conforme o balanço eletrolítico da ração. Resumo em inglês An experiment was conducted with the objective of evaluating the levels digestible lysine for chickens in the starting phase (1 to 21 days of age), using two eletrolytes balances. Eighty hundred male Cobb broilers were used, allotted in a randomized complete design in a 2 × 5 factorial arrangement consisting of five levels digestible lysine levels (1.021; 1.276; 1.531; 1.786; 2.042) and two electrolyte balances (190 and 255 mEq/kg), with four replications and 20 chic (mais) ks per experimental unit. There was interaction for final weight, weight gain and feed intake, and for the electrolyte balance of 190 mEq/kg the best final weight and weight gain were observed with a 1.515% of digestible lysine. For the eletrolyte balance of 255 mEq/kg, the best final weight and weight gain were observed with 1,801% digestible lysine. The feed:gain ratio increased linearly when the digestible lysine was increased. The uric acid and total protein values did not differ, however the calcium levels presented interaction significant between electrolyte balances and level lysine. The digestible lysine requirement for the starting phase, from 1 to 21 days of age ranges with the electrolyte balance in the feed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Níveis de lisina digestível em rações para frangos de corte de 22 a 42 dias de idade, mantidos em ambiente de termoneutralidade/ Requirements of dietary digestible lysine for broilers from 22 to 42 days old on thermoneutral environment

Lana, Sandra Roselí Valerio; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Gomes, Paulo Cézar; Vaz, Roberta Gomes Marçal Vieira; Rezende, Wilkson de Oliveira
2005-10-01

Resumo em português Dois ensaios foram conduzidos para se avaliarem os efeitos de níveis de lisina digestível em rações, mantendo ou não a relação aminoacídica, sobre o desempenho de frangos de corte dos 22 aos 42 dias, criados em ambiente de termomeutralidade. No ensaio 1, foram utilizados 210 frangos de corte machos Avian Farms com peso inicial médio de 662,5 g e, no ensaio 2, 168 frangos com peso inicial médio de 623,7 g. Em ambos os ensaios, o delineamento experimental foi o in (mais) teiramente casualizado; no ensaio 1, as aves foram distribuídas em cinco tratamentos (níveis de lisina digestível em rações convencionais) e seis repetições, com sete aves cada e, no ensaio 2, em quatro tratamentos (níveis de lisina em rações mantendo a relação aminoacídica) e seis repetições, com sete aves cada. Nos ensaios 1 e 2, os níveis de lisina digestível da ração influenciaram de forma linear crescente o ganho de peso e a conversão alimentar. No ensaio 1, observou-se efeito linear crescente dos tratamentos sobre o peso absoluto da carcaça. Não foi observado efeito dos tratamentos sobre o peso relativo da carcaça e os pesos absoluto e relativo de cortes nobres e de gordura abdominal. No ensaio 2, os pesos absoluto e relativo do peito e da coxa aumentaram linearmente, enquanto o peso absoluto da sobrecoxa elevou de forma quadrática até o nível de 0,955% de lisina. O peso relativo da sobrecoxa e os pesos absoluto e relativo da gordura abdominal não foram influenciados pelos tratamentos. Concluiu-se que frangos de corte machos Avian Farms na fase de 22 a 42 dias de idade, mantidos em ambiente de termomeutralidade, exigem no mínimo 1,015 e 1,075% de lisina digestível na ração convencional e na ração mantendo a relação aminoacídica, respectivamente, correspondente a um consumo estimado de 28 g de lisina digestível. Resumo em inglês Two trials were conducted to evaluate the effects of increasing dietary digestible lysine levels, maintaining or not the amino acid relation, on performance of broilers from 22 to 42 days old on thermoneutral environment. Two hundred and ten male broilers (averaging initial weight of 662.5 g) and 168 broilers (averaging initial weight of 623.7 g) were assigned to a completely randomized experimental design in trials 1 and 2, respectively. In trial 1, the broilers were all (mais) otted to five treatments (digestible lysine levels in conventional diets) and six replicates of seven broilers. In trial 2, the broilers were allotted to four treatments (digestible lysine levels in diet maintaining amino acid relation) and six replicates of seven broilers. In both trials, linear effect of digestible lysine levels on body weight gain and feed:gain ratio were observed. In trial 1, the increasing dietary digestible lysine levels increased linearly absolute carcass weight. There was no effect of lysine levels on relative carcass weights and on absolute and relative weichts of abdominal fat. In trial 2, absolute and relative breast and thigh weights increased linearly, while the absolute drumstick data increased quadraticly up to 0.955% digestible lysine level. No treatment effects on relative drumstick weight and absolute and relative weights of abdominal fat was observed. It was concluded that male broilers, Avian Farms, in the period from 22 to 42 days old, require at least 1.015 and 1.075% digestible lysine in conventional diet or in a diet maintaining the amino acid relation, respectively. This corresponds to an intake of 28 g digestible lysine for birds on a thermoneutral environment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Níveis de lisina digestível em rações para frangos de corte de 1 a 21 dias de idade mantidos em ambiente de termoneutralidade/ Requirements of dietary digestible lysine for broilers from 1 to 21 days old on thermoneutral environment

Lana, Sandra Roselí Valerio; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Vaz, Roberta Gomes Marçal Vieira; Rezende, Wilkson de Oliveira
2005-10-01

Resumo em português Dois ensaios foram conduzidos para avaliar rações com diferentes níveis de lisina digestível, mantendo-se ou não a relação aminoacídica, para frangos de corte de 1 a 21 dias, criados em ambiente de termoneutralidade. Em ambos os ensaios, utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado. No ensaio 1, os frangos foram distribuídos em cinco tratamentos (0,92; 0,98; 1,04; 1,10 e 1,16% de lisina digestível, em ração convencional), oito repetições (mais) e dez aves por repetição, enquanto, no ensaio 2, foram distribuídos em quatro tratamentos (1,04; 1,10; 1,16 e 1,22% de lisina digestível, em rações mantendo a relação aminoacídica), oito repetições e dez aves por repetição. No ensaio 1, os tratamentos influenciaram o ganho de peso, o consumo de ração, que aumentaram de forma quadrática até os níveis de 1,13 e 1,11%, respectivamente, e a conversão alimentar, que reduziu até o nível de 1,14% de lisina. O peso absoluto da carcaça aumentou até o nível de 1,13% de lisina digestível. O peso relativo da carcaça e o peso absoluto da moela aumentaram, enquanto os pesos relativos do coração e os dos intestinos reduziram linearmente com os tratamentos. No ensaio 2, apesar do ganho de peso ter elevado de forma linear, o modelo LRP foi o que melhor se ajustou aos dados, estimando em 1,17% o nível de lisina, a partir do qual ocorreu um platô. Os tratamentos não influenciaram o consumo de ração, a conversão alimentar e os pesos absoluto e relativo dos órgãos, enquanto o peso absoluto de carcaça aumentou de forma linear. Concluiu-se que frangos de corte machos Avian Farm, no período de 1 a 21 dias, criados em ambiente de termoneutralidade, exigem no mínimo 1,14 e 1,17% de lisina digestível em ração convencional e em ração mantendo-se a relação aminoacídica, respectivamente. Resumo em inglês Two trials were conducted to evaluate the requirements of increasing dietary digestible lysine levels, maintaining or not the amino acids relation, for broilers from 1 to 21 days old, on thermoneutral environment. A complete randomized experimental design was used in both trials. In trial 1, broilers were allotted to five treatments (0.92, 0.98, 1.04, 1.10, and 1.16% digestible lysine levels, conventional diet), with eight replicates of ten birds. In trial 2, chicks were (mais) allotted to four treatments (1.04, 1.10, 1.16, and 1.22% of digestible lysine, in diets maintaining amino acid relation) with eight replicates of ten birds. In trial 1, effects of dietary lysine levels on body weight gain and feed intake, both increasing quadraticly up to 1.13 and 1.11% digestible lysine, respectively, were observed. There was significant treatment effect on feed:gain ratio, that decreased quadraticly up to 1.14% digestible lysine. Absolute carcass weight increased quadractily while relative carcass values and absolute weight of gizzard increased linearly with treatments. Relative weights of heart and intestines decreased linearly with the treatments. In trial 2, body weight gain also increased linearly with treatments, the LRP model better adjusted to data, where the 1.17% digestible lysine level was estimated. No effects of treatments on feed intake and feed:gain ratio were detected. Absolute carcass weight was linearly affected by the increasing dietary lysine levels. There was no effect of dietary lysine levels on absolute and relative weights of all evaluated organs. It was concluded that Avian Farms male broilers, in the period from 1 to 21 days, require at least 1.14 and 1.17% digestible lysine, in a conventional diet or of a diet maintaining the amino acid relation, respectively, on a thermoneutral environment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Níveis de lisina com dois balanços eletrolíticos para frangos de corte na fase de crescimento (22 a 40 dias)/ Lysine level with two electrolytes balance for broiler chickens in the growing phase (22 a 40 day)

Campestrini, Evandro; Barbosa, Maria José Baptista; Nunes, Ricardo Vianna; Bruno, Luís Daniel Giusti; Silva, Wagner Thiago Mozer da; Appelt, Matias Djalma
2008-08-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar os níveis de lisina para frangos de corte na fase de crescimento (22 a 40 dias de idade) utilizando-se dois balanços eletrolíticos. Foram utilizados 640 frangos de corte machos de 21 dias de idade, linhagem Cobb, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 × 2, composto de cinco níveis de lisina (1,062, 20, 40 e 60% acima e 20% abaixo do recomendado) e dois balanços eletrolíticos (190 e 255 mEq/kg), com quatro (mais) repetições e 16 aves por unidade experimental. Não foi observada interação das variáveis estudadas, porém, os níveis de lisina influenciaram o peso final, o ganho de peso e a conversão alimentar e afetaram de forma linear o consumo de ração. Os melhores ajustes foram observados quando se utilizou o modelo descontinuo LRP, no qual valores acima de 1,089 e 1,14% de lisina não melhoraram o ganho de peso e tampouco a conversão alimentar. Entre os parâmetros sangüíneos avaliados, apenas o ácido úrico foi influenciado pelos níveis de lisina. Os rendimentos de carcaça e de cortes nobres não diferiram significativamente entre os níveis de lisina e os balanços eletrolíticos, contudo, a gordura abdominal foi influenciada pelo balanço eletrolítico da dieta. Níveis acima de 1,089 e 1,14% de lisina, respectivamente, não melhoram o desempenho das aves. Os níveis de lisina testados não influenciaram o rendimento de carcaça nem de cortes nobres. Resumo em inglês The lysine levels for chickens in the growing phase (22 to 40 days of age) by using two different electrolytes balance were evaluated. Sixty-four hundred Cobb broiler male of 21 days old were allotted to a completely randomized design as a factorial arrangement of treatments, five lysine levels (1.062, 20, 40, and 60% above and 20% below of recommended levels) and two electrolytes balance (190 and 255 mEq/kg), with four replicates and 16 broilers for experimental unit. Th (mais) ere was no interaction among the variables studied, however the lysine levels affected final weight, weight gain and the feed:gain ratio and feed intake, however, the best adjustments were observed when the discontinue LRP model was used, where values above 1.089 and 1.14% of lysine did not increase weight gain and feed:gain ratio. Concerning the blood parameters, only uric acid was affected by lysine levels, but no difference was observed for carcass and prime cuts yield, the abdominal fat was influenced by the dietary electrolyte balance. Lysine levels above 1.089 and 1.14 for weight gain and feed:gain ratio, respectively, did not impair broiler performance. The lysine levels affected neither carcass yield and nor prime cuts yield.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Níveis de lisina para suínos machos castrados selecionados geneticamente para deposição de carne magra na carcaça, dos 95 aos 122 kg/ Lysine nivels for barrows with high genetic potential for lean gain from 95 to 122 Kg

Arouca, Cláudio Luiz Corrêa; Fontes, Dalton de Oliveira; Baião, Nelson Carneiro; Silva, Martinho de Almeida e; Silva, Francisco Carlos de Oliveira
2007-04-01

Resumo em português Um experimento foi realizado para se determinar as exigências de lisina de suínos machos castrados, na fase de terminação tardia, avaliando-se os efeitos de diferentes níveis de lisina da ração sobre o desempenho e características de carcaça dos animais. Utilizaram-se 50 suínos híbridos comerciais (AG-PIC 412 X C-22), com peso inicial de 95,39 ± 0,85 kg e final de 122,29 ± 3,02 kg, distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco trata (mais) mentos (0,5; 0,6; 0,7; 0,8 e 0,9 % de lisina total), cinco repetições e dois animais por unidade experimental. Os blocos foram formados no tempo e na distribuição dos animais, dentro de cada bloco, foram adotados como critérios o parentesco e o peso inicial dos animais. Foi observado efeito quadrático dos níveis de lisina sobre o ganho de peso diário, conversão alimentar, consumo de lisina diário e taxa de deposição de carne magra diária. Não houve efeito dos tratamentos sobre o consumo de ração diário, espessura de toucinho no ponto P1, espessura de toucinho no P2, profundidade de lombo, porcentagem de carne magra, rendimento de carcaça, comprimento de carcaça pelo método brasileiro, comprimento de carcaça pelo método americano, espessura de toucinho na 10ª costela, espessura de toucinho na última costela e rendimento de pernil. Concluiu-se que a exigência de lisina total para suínos machos castrados selecionados para deposição de carne magra na carcaça, de 95 a 122 kg, é de 0,72 %, correspondendo a um consumo diário de 25,46 g. Resumo em inglês An experiment was conducted to determine lysine requirements of barrows, during the late-finishing phase, to evaluate the effects of lysine levels on performance and carcass characteristics of animals. Fifty hybrid pigs (AG-PIC 412 X C-22), averaging 95.39 ± .85 kg initial weight and 122.29 ± 3.02 kg final weight were used in a completely randomized block design with five dietary treatments ranging from .50 to .90% of total lysine (.10% increments), five replicates and (mais) two animals per experimental unit. Initial body weight and relationship coefficient were used to establish the blocks. Quadratic effect of lysine level on average daily gain, feed conversion, daily lysine intake and daily lean gain was observed. There was no effect of treatments on daily feed intake, P1 backfat thickness, P2 backfat thickness, loin depth, lean percentage, carcass yield, carcass length, carcass length Brazilian method, 10th rib fat depth, last rib fat depth and ham percentage. Based on these results, it was concluded that the total dietary lysine requirement for barrows with high genetic potential for lean gain, from 95 to 122 kg, is 0.72% total lysine, which corresponds to approximately 25.46 g/day of lysine intake.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Níveis de lisina para frangos de corte nos períodos de 22 a 42 e de 43 a 49 dias de idade/ Lysine levels for broilers in the periods from 22 to 42 and 43 to 49 days of age

Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Amarante Junior, Valene da Silva; Nascimento, Germano Augusto Jerônimo do; Brandão, Patrícia Araújo; Barros, Leilane Rocha; Silva, José Humberto Vilar da; Costa, Janaíne Sena da
2006-08-01

Resumo em português Foram realizados dois experimentos para determinar a exigência de lisina total para frangos de corte Ross, macho, no período de 22 a 42 e de 43 a 49 dias de idade. Utilizou-se em cada experimento, 900 frangos com peso médio inicial de 764 g ± 35 g aos 22 dias e de 2520 ± 73 g aos 43 dias de idade. As aves foram distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos, seis repetições e 25 aves por unidade experimental. Os tratamentos foram co (mais) nstituídos de seis níveis lisina, de acordo com a fase. As exigências nutricionais mínimas, exceto para lisina, foram atendidas. As variáveis avaliadas foram consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar, rendimento de carcaça e dos principais cortes, porcentagem de gordura abdominal, coração, fígado e moela, sendo as exigências de lisina estimadas por modelos de regressão. Considerando os dados obtidos, as exigências nutricionais de lisina total foram estimadas em 1,111% para o máximo desempenho, no período 22 a 42 dias de idade e de 1,044% para o máximo desempenho e rendimento de carcaça e peito, no período de 43 a 49 dias de idade. Resumo em inglês Two experiments were carried out to determine the requirement of total lysine for male Ross broilers from 22 to 42 and 43 to 49 days of age. A total of 900 broilers with initial body weight of 764 ± 35g at 22 days and 2520 ± 73g at 43 days of age. The broilers were distributed in a completely randomized experimental design with six treatments, six replicates and 25 birds per experimental unit. There were six synthetic lysine levels in each phase. Minimum nutritional req (mais) uirements were attended, except for lysine. Feed intake, body weight gain, feed conversion, carcass yield and the main cuts were evaluated lysine requirements were estimated by using regression models. Considering the performance data, the nutritional requirements of total lysine were 1.111% for maximum performance from 22 to 42 days of age and 1.044% for maximum performance and carcass and breast yields from 43 to 49 days of age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Níveis de lisina para leitoas selecionadas geneticamente para deposição de carne magra na carcaça, dos 30 aos 60 kg/ Levels of lysine for gilts with high genetic potential for lean gain from 30 to 60 kg

Fontes, Dalton de Oliveira; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Lopes, Darci Clementino; Ferreira, Aloízio Soares; Silva, Francisco Carlos de Oliveira
2005-02-01

Resumo em português Foram utilizadas 50 leitoas híbridas, com alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça e pesos inicial e final de 30,0 ± 0,45 e 59,9 ± 2,53 kg, respectivamente, para avaliar diferentes níveis de lisina. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 17,5% de proteína bruta, suplementada com (mais) cinco níveis de L-lisina HCl, resultando em rações com 0,80; 0,90; 1,00; 1,10; e 1,20% de lisina total. Não se observou efeito dos tratamentos sobre o ganho de peso diário e a concentração de uréia no soro sangüíneo dos animais, entretanto, o consumo de ração e o consumo de lisina diário aumentaram linearmente. Houve efeito quadrático dos níveis de lisina sobre a conversão alimentar, que melhorou até o nível de 1,16% de lisina total (0,347%/Mcal de ED) ou 1,05% de lisina digestível (0,315%/Mcal de ED), correspondendo a um consumo estimado de lisina total e digestível de 21,8 e 19,7 g/dia, respectivamente. Não se observou efeito dos tratamentos sobre a porcentagem de proteína da carcaça, porém a de água diminuiu de maneira linear. Houve efeito quadrático dos tratamentos sobre a porcentagem e taxa de deposição de gordura na carcaça, que diminuíram até o nível de 1,09 e 1,12% de lisina, respectivamente, e sobre a taxa de deposição de proteína, que foi máxima no nível de 1,04% de lisina. Concluiu-se que leitoas selecionadas geneticamente para deposição de carne magra na carcaça, dos 30 aos 60 kg, exigem 1,16% de lisina total ou 1,05% de lisina digestível verdadeira, para melhor desempenho, correspondendo a um consumo diário de lisina total e digestível de 21,77 e 19,72 g, respectivamente. O nível de 1,04% de lisina total ou 0,93% de lisina digestível proporciona a melhor taxa de deposição de proteína na carcaça. Resumo em inglês Fifty hybrid gilts, with high genetic potential for lean gain and initial and final average weight of 30.0 ± 0.45 and 59.9 ± 2.53 kg, respectively, were used in an experiment to evaluate diet with different levels of lysine. An experimental design of randomized blocks, with five treatments, five replicates and two animals per experimental unit, was used. The treatments corresponded to a basal diet with 17.5% crude protein, supplemented with five levels of HC (mais) l-L-lysine, resulting in diets with 0.80, 0.90, 1.00, 1.10, and 1.20% of total lysine. There were no effects of treatments on daily weight gain and serum urea concentration, however, daily feed intake and daily lysine intake increased linearly with the dietary lysine level. There was a quadratic effect of lysine levels on feed:gain ratio, that increased up to the total lysine level of 1.16% (0.347%/Mcal of DE) or 1.05% (0.315%/Mcal of DE) of digestible lysine, corresponding to the total and digestible lysine intake of 21.8 and 19.7 g/day, respectively. There was no effect of treatments on protein percentage, however, the water percentage in carcass linearly decreased. There was quadratic effect of treatments on fat percentage and fat deposition rate in carcass, that decreased up to the lysine level of 1.09 and 1.12%, respectively. The protein deposition rate improved quadraticly up to the level of lysine of 1.04%. It was concluded that gilts with high genetic potential for lean gain, from 30 to 60 kg require 1.16% of total lysine or 1.05% (0.315%/Mcal of DE) of true digestible lysine, corresponding to total and digestible lysine intake of 21.8 and 19.72 g/day, respectively, for maximal performance. The level of total lysine of 1.04% or 0,93% of digestible lysine proportioned the best protein deposition rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Níveis de lisina para leitoas selecionadas geneticamente para deposição de carne magra na carcaça, dos 15 aos 30 kg/ Lysine levels for gilts with high genetic potential for lean gain from 15 to 30 kg

Fontes, Dalton de Oliveira; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Lopes, Darci Clementino
2005-02-01

Resumo em português Foram utilizadas 50 leitoas híbridas, com alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça e peso inicial e final de 15,39 ± 0,59 e 30,93 ± 1,72 kg, respectivamente, para avaliar diferentes níveis de lisina. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 19% de proteína bruta, suplementada com (mais) cinco níveis de L-lisina HCl, resultando em rações com 0,95; 1,05; 1,15; 1,25; e 1,35% de lisina total. Observou-se que o ganho de peso e o consumo de lisina diário elevaram-se de forma linear com o aumento do nível de lisina da ração. Houve efeito quadrático dos níveis de lisina sobre o consumo de ração diário e a conversão alimentar, que melhorou até o nível de 1,26% de lisina total (0,365%/Mcal de ED) ou 1,13% (0,328%/Mcal de ED) de lisina digestível, correspondendo a um consumo estimado de lisina total e digestível de 14,62 g/dia e 13,12 g/dia, respectivamente. Não se observou efeito dos tratamentos sobre a porcentagem de proteína e de água na carcaça e os níveis de uréia no soro sangüíneo, entretanto, houve efeito quadrático sobre a porcentagem de gordura e a taxa de deposição de gordura na carcaça, que diminuíram até o nível de 1,25 e 1,18% de lisina, respectivamente. Observou-se que a taxa de deposição de proteína elevou de forma linear com o aumento do nível de lisina na ração. Os níveis de lisina total que proporcionaram os melhores resultados de desempenho e qualidade de carcaça situaram-se entre 1,18 e 1,35%. Portanto, concluiu-se que a exigência de lisina total de leitoas dos 15 aos 30 kg é de 1,26% ou de 1,13% de lisina digestível, correspondendo a consumo estimado de lisina total e digestível de 14,6 e 13,1 g/dia, respectivamente. Resumo em inglês Fifty hybrid gilts, with high genetic potential for lean gain and initial and final weight of 15.39 ± 0.59 and 30.93 ± 1.72 kg, respectively, were used to evaluate diet with different levels of lysine. An experimental design of randomized blocks, with five treatments, five replicates and two animals per experimental unit, was used. The treatments corresponded to a basal diet with 19% crude protein, supplemented with five levels of HCl-L-Lisine, that resulted (mais) in diets with 0.95, 1.05, 1.15, 1.25 and 1.35% of lysine. The daily weight gain and daily lysine intake linearly increased with the dietary lysine level. There was quadratic effect of lysine levels on daily feed intake and feed/gain ratio, that increased to the lysine level of 1.26% (0.365%/Mcal of DE) or 1.13% (0.328%/Mcal of DE) of true digestible lysine, corresponding to the total and digestible lysine estimated intake of 14.62 and 13.12 g/day, respectively. There was no effect of treatments on protein and water percentage in carcass and on blood serum urea levels. The treatments influenced quadraticly the fat percentage and fat deposition rate in carcass, that decreased until 1.25 and 1.18% lysine level, respectively. The protein deposition linearly increased with the dietary lysine level. It was concluded that gilts from 15 to 30 kg require 1.26% of total lysine or 1.13% of digestible lysine, corresponding to a total and digestible lysine estimated intake of 14.6 and 13.1 g/day, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Níveis de lisina para leitoas com alto potencial genético para deposição de carne magra dos 65 aos 95 kg/ Lysine levels for gilts with high genetic potential for lean meat gain from 65 to 95 kg

Kill, João Luís; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Ferreira, Aloízio Soares; Lopes, Darci Clementino; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Silva, Marcos Vinícius Gualberto Barbosa da
2003-12-01

Resumo em português Foram utilizadas 216 leitoas híbridas comerciais, da mesma linhagem genética, com alto potencial para deposição de carne magra na carcaça com peso médio inicial de 66,3 ± 4,24 kg e final de 95,5 ± 2,05 kg, para avaliar o efeito de níveis de lisina da dieta. Os animais foram distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, 27 repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a diet (mais) as isoenergéticas, com diferentes níveis de lisina total (0,80; 0,90; 1,00; e 1,10%), obtidos por alterações nas proporções de milho e farelo de soja da dieta. Não foi observado efeito dos tratamentos sobre o ganho de peso diário, a taxa de crescimento em músculo e conversão alimentar em músculo. Houve efeito quadrático dos tratamentos sobre o consumo de dieta, que reduziu até o nível estimado de 0,95%, e a conversão alimentar, que melhorou até o nível de 0,97% de lisina. Observou-se efeito linear dos níveis de lisina sobre a taxa de deposição de proteína, que aumentou, e sobre a taxa de deposição de gordura, que reduziu com o aumento dos níveis de lisina na dieta. Não foi verificado efeito dos tratamentos sobre as características de comprimento de carcaça, a espessura de toucinho na região entre a última e a penúltima vértebra lombar, a espessura de toucinho a 6,5 cm da linha dorso-lombar (P2), o rendimento de carcaça, o rendimento de carne magra, o rendimento de gordura e o rendimento de pernil. Concluiu-se que leitoas geneticamente selecionadas para alta taxa de deposição de carne magra exigem 0,97% de lisina total, correspondente ao consumo diário de 24,24 g de lisina e a 0,29% de lisina total/Mcal de EM, para melhor conversão alimentar. Para maior taxa de deposição de proteína, os dados indicam que a exigência está acima de 1,1% de lisina total. Resumo em inglês Two hundred and sixteen crossbred gilts with high genetic potential for lean meat gain, with average initial weight of 66.3 ± 4.24 kg and final weight of 95.5 ± 2.05 kg, were used to evaluate the effect of lysine levels on animals performance in the finishing phase. A randomized block design was used with four treatments, 27 replicates and two animals per experimental unit. Treatments were constituted of isoenergy diets, with different levels of total lysine (mais) (0.80, 0.90, 1.00, and 1.10%), obtained by changes on corn and soybean meal proportion. There was no treatment effect on daily weight gain, muscle growth rate and muscle feed:gain ratio. There was a quadratic effect of dietary lysine on feed intake, which decreased up to the level of 0.95% lysine, and on feed:gain ratio, which increased up to the level of 0.97% lysine. There was a linear effect of lysine levels on protein and fat deposition rate, that respectively, increased and reduced with dietary lysine levels. There was no effect of treatments on carcass length, backfat thickness measured between the last and last but one lumbar vertebra, backfat thickness at 6.5 cm from the midline carcass, carcass yield, lean meat yield, fat yield and ham yield. It was concluded that gilts with high genetic potential for lean meat gain require 0.97% of total lysine, that correspond to a daily intake of 24.24 g of lysine for best feed:gain ratio. Data show that to the highest protein deposition rate the requirement is above of 1.1% of total lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Níveis de lisina para leitoas selecionadas geneticamente para deposição de carne magra, dos 60 aos 95 kg/ Lysine levels for gilts with high genetic potential for lean meat deposition from 60 to 95 kg

Fontes, Dalton de Oliveira; Donzele, Juarez Lopes; Ferreira, Aloisio Soares; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Gomes Júnior, Carlos Alberto Gil
2000-06-01

Resumo em português Foram utilizadas 50 leitoas mestiças (Hampshire, Landrace Belga, Pietran) com peso inicial médio de 60,23±0,49 kg e alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça, para avaliar diferentes níveis de lisina. Foi usado delineamento de blocos ao acaso com cinco tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 15,8% de proteína bruta, suplementada com cinco níveis de L-lis (mais) ina HCl, resultando em rações com 0,75; 0,85; 0,95; 1,05; e 1,15% de lisina. Não se observou efeito dos tratamentos sobre consumo de ração e ganho de peso diário, entretanto, o consumo de lisina diário elevou-se de forma linear com o aumento do nível de lisina da ração. Houve efeito quadrático dos níveis de lisina sobre a conversão alimentar e o teor de uréia no soro sangüíneo, que reduziram até o nível de 1,00% de lisina ou 0,302% /Mcal de ED, o que correspondeu a um consumo estimado de lisina de 23,90 g/dia. Não se observou efeito dos tratamentos sobre a porcentagem de água e proteína e taxa de deposição de proteína na carcaça, entretanto, a porcentagem e a taxa de deposição de gordura diminuíram de maneira linear. Concluiu-se que leitoas com alto potencial genético para deposição de carne magra, dos 60 aos 95 kg de peso vivo, requerem 1,00% de lisina (0,302%/Mcal de ED) e 0,90% (0,272%/Mcal de ED) de lisina digestível verdadeira, para máximo desempenho, o que corresponde a consumo diário de lisina total e digestível de 23,9 e 21,5 g, respectivamente. Resumo em inglês Fifty gilts crossbreed (Hampshire, Belgium Landrace, Pietran), with initial average weight of 60.23±0.49 kg and high genetic potential for lean meat deposition, were used to evaluate different lysine levels. A randomized blocks design, with five treatments, five replicates and two animals per experimental unit, was used. The treatments corresponded to a basal diet with 15.8% crude protein, supplemented with five levels of HCl-L-Lisine, resulting in diets with 0.75, 0.85, (mais) 0.95, 1.05, and 1.15% of lysine. There was no effect of treatments on daily weight gain and daily feed intake, however daily lysine intake linearly increased was the dietary lysine level increased. There was quadract effect of lysine levels on feed:gain ratio and on serum urea concentration, that increased up to the lysine level of 1.00% or 0.302%/Mcal of DE, corresponding to a estimate lysine intake of 23.9 g/day. There was no effect of treatments on protein and water percent, and protein deposition in carcass, however, the percentage of fat and fat deposition rate linearly decreased. The gilts with high genetic potential for lean meat deposition, from 60 to 95 kg, had requirement of 1.00% (.302%/Mcal of DE) or .90% ( .272%/Mcal of DE) of true digestible lysine, corresponding to total and digestible lysine intake of 23.90 and 21.50 g/day, respectively, for maximum performance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Níveis de lisina, com base no conceito de proteína ideal, em rações para alevinos de tilápia-do-nilo/ Lysine levels, based on the ideal protein concept, in diets for Nile tilapia fingerlings

Bomfim, Marcos Antonio Delmondes; Lanna, Eduardo Arruda Teixeira; Donzele, Juarez Lopes; Quadros, Moisés; Ribeiro, Felipe Barbosa; Sousa, Maíra Paula de
2010-01-01

Resumo em português Avaliaram-se os efeitos dos níveis de lisina digestível da ração, com base no conceito de proteína ideal, no desempenho de alevinos de de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus). Utilizaram-se 432 alevinos revertidos, linhagem tailandesa, com peso inicial de 1,12 ± 0,02 g, em delineamento inteiramente ao acaso, composto de 6 dietas, 6 repetições e 12 peixes por unidade experimental. Como tratamentos, avaliaram-se uma dieta basal com 29,12% de proteína bruta e 3. (mais) 000 kcal de energia digestível/kg, suplementada com aminoácidos sintéticos, resultando em dietas com 0,95; 1,10; 1,25; 1,40; 1,55 e 1,70% de lisina digestível e relações mínimas entre metionina + cistina, treonina, triptofano, isoleucina e arginina com a lisina (66, 77, 23, 64 e 85%, respectivamente), com base em valores digestíveis. Os peixes foram mantidos em aquários de 130 litros, dotados de abastecimento de água, temperatura controlada e aeração individual, e alimentados à vontade em seis refeições diárias durante 30 dias. Avaliaram-se os parâmetros de desempenho, a composição corporal, a deposição de proteína e gordura corporais e a eficiência de retenção de nitrogênio dos peixes. A elevação do teor de lisina digestível na ração não influenciou a taxa de sobrevivência e o teor de gordura corporal dos peixes, mas melhorou de forma linear todos os demais parâmetros avaliados, com exceção da eficiência de utilização de lisina e a umidade corporal, que pioraram de forma quadrática e linear, respectivamente. O nível de 1,80% de lisina total (0,600% Mcal de ED) e o de 1,70% de lisina digestível (0,567% Mcal de ED) proporcionam os melhores resultados de desempenho e características de carcaça de alevinos de tilápia-do-nilo quando se utiliza o conceito de proteína ideal na formulação das rações experimentais. Resumo em inglês The effects of the digestible lysine level were assessed in feeds for Nile tilapia fingerlings (Oreochromis niloticus), based on the ideal protein concept. Four hundred and thirty two reverted fingerlings were used, average weight 1.12 ± 0.02 g, in a randomized complete design, consisting of 6 feeds, six replications and twelve fish per experimental unit. The diets consisted of a basal diet with 29.12% crude protein and 3,000 kcal/kg digestible energy, supplemented with (mais) synthetic amino acids, resulting in six diets with 0.95; 1.10; 1.25; 1.40; 1.55 and 1.70% digestible lysine and minimum ratios between methionine plus cystine, threonine, thryptophan, isoleucine, arginine with the lysine (66, 77, 23, 64 and 85%, respectively), based on digestible values. The fish were maintained in 130 liter aquaria equipped with individual water and controlled temperature and aeration. The fish were fed to apparent satiation, six times a day, for 30 days. Growth performance, body composition, body protein and fat deposition and nitrogen retention efficiency of the fish were evaluated. The increase in the dietary digestible lysine did not affect the survival rate and body fat level of the fishes. However, there was linear improvement in all the other parameters assessed, except lysine use efficiency and the body humidity, that showed quadratic and lineardecline, respectively. The levels of 1.80 (0.600% Mcal of DE) total lysine and 1.70% (0.567% Mcal of DE) digestible lysine, respectively, result in the best performance and carcass characteristics of Nile tilapia fingerlings, when the ideal protein concept is used to formulate the experimental diets.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Níveis de lisina para leitoas dos 6 aos 16 kg com alto potencial para deposição de carne magra na carcaça/ Lysine levels for gilts from 6 to 16 kg with high genetic potential for lean gain

Moreira, Huedy Flavio Vasconcelos; Fontes, Dalton de Oliveira; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Silva, Martinho de Almeida e; Fontes, Flávia Adriana Pereira Vieira; Gomes, Flávio Francisco Edson; Rossoni, Mariana Cruz
2005-08-01

Resumo em português O experimento foi conduzido para se estabelecer as exigências de lisina para leitoas com alto potencial de deposição de carne magra na carcaça, na fase inicial de crescimento, dos 6 aos 16 kg. Foram utilizadas 60 leitoas híbridas, de linhagem comercial, selecionadas para alta deposição de carne magra na carcaça, com peso inicial de 6,0±0,21 kg e peso final de 16,0±0,32 kg, em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, quatro (mais) repetições e três animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a uma ração basal com 21,60% de proteína bruta, suplementada com cinco níveis de L-lisina HCl, resultando em rações com 1,3; 1,4; 1,5; 1,6 e 1,7% de lisina total. Observou-se que o ganho de peso não foi influenciado pelos tratamentos. Houve efeito quadrático dos tratamentos sobre o consumo de ração, o consumo de lisina diário sobre a conversão alimentar, que melhorou, respectivamente, até o nível estimado de 1,56%. Não foi constatado efeito dos tratamentos sobre a porcentagem de proteína e a taxa de deposição de proteína na carcaça, entretanto, verificou-se efeito linear sobre a porcentagem de gordura, taxa de deposição de gordura e porcentagem de água na carcaça. Leitoas com alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça, dos 6 aos 16 kg, exigem 1,56% de lisina total ou 1,38% de lisina digestível, para melhor desempenho, e 1,70% de lisina total ou 1,50% de lisina digestível, para a melhor composição de carcaça, o que corresponde, respectivamente, a um consumo estimado de 8,46 e 10,06 g de lisina total/dia. Resumo em inglês The experiment was carried out to establish the lysine requirement of females swine, from 6 to 16 kg live weight. Sixty crossbreed gilts with high genetic potential for lean gain and average initial and final weight of 6.0 ± 0.21 kg and 16.0 ± 0.32 kg, respectively, were assigned to a randomized blocks design, with five treatments, four replications and three animals per experimental unit. The treatments corresponded to a basal diet with 21.60% crude protein (mais) , supplemented with five levels of HCl-L- lysine, resulting in diets with 1.3; 1.4; 1.5; 1.6 and 1.7% of total lysine. There was no effect of treatments on daily weight gain. There was quadratic effect of lysine levels on daily feed intake, daily lysine intake and feed/gain ratio, that increased to the estimated lysine level of 1.56%. There was no effect of treatments on protein percentage and carcass protein deposition rate, otherwise, fat percentage and carcass water and fat deposition rate increased linearly. It was concluded that gilts from 6 to 16 kg, with high genetic potential for lean gain, require 1.56% total lysine or 1.38% digestible lysine to achieve best development and 1.70% total lysine or 1.50% digestible lysine for the best carcass composition, corresponding, respectively, to an estimated feed intake of 8.46 and 10.06 g total lysine/day.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Níveis de lisina digestível para frangos de corte machos no período de 37 a 49 dias de idade/ Digestible lysine levels for male broilers in the period from 37 to 49 days of age

Trindade Neto, Messias Alves da; Takeara, Paula; Toledo, Ana Louise de; Kobashigawa, Estela; Albuquerque, Ricardo de; Araújo, Lúcio Francelino
2009-03-01

Resumo em português Foram utilizados 1.015 frangos de corte machos, linhagem Ross, dos 37 aos 49 dias de idade, para avaliar os efeitos de diferentes níveis de lisina digestível nas dietas experimentais. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 5 níveis de lisina digestível (0,90; 0,95; 1,00; 1,05; 1,10%), cada um com 7 repetições e 29 aves por unidade experimental. Utilizaram-se dietas isoenergéticas com 3.250 de kcal de EM/kg e isoprotéicas, com 18% de PB, à b (mais) ase de milho e farelo de soja. Foram avaliados o ganho de peso, o consumo de ração, a conversão alimentar, as características de carcaça, o rendimento de cortes, a composição e a deposição de nutrientes corporais. Os níveis de lisina digestível influenciaram, entre as características de desempenho, apenas a conversão alimentar, que melhorou de forma linear de acordo com níveis de lisina da ração. Das características de carcaça e rendimento de cortes, apenas gordura abdominal aumentou de forma quadrática conforme os níveis de lisina. Os níveis de lisina digestível tiveram efeito quadrático no teor da matéria mineral da carcaça, mas não influenciaram a composição química das vísceras e do sangue. Observou-se, contudo, tendência a aumento linear na deposição de proteína da carcaça e do corpo vazio com o aumento no nível de lisina digestível. Os resultados de desempenho indicam que o nível de lisina digestível da ração de frangos de corte machos no período de 37 a 49 dias de idade deve ser igual ou superior a 1,10%. Resumo em inglês One thousand and fifteen commercial male broilers from 37 to 49 days of age were used to evaluate different digestible lysine levels. A completely randomized trial was used, with five treatments (0.90, 0.95, 1.00, 1.05 and 1.10% of digestible lysine, respectively), seven repetitions and 35 experimental units, with 29 birds each. Lysine levels were added in isoenergetic (3,250 kcal of ME/kg) and isoproteic (18% of CP) corn and soy meal rations. Weight gain, feed intake, fe (mais) ed:gain ratio, carcass characteristics and cuts, body composition and nutrient deposition were measured. Digestible lysine levels influenced the feed:gain ratio, with decreasing linear effect. Quadratic effect was observed due to lysine levels used on carcass characteristics, cuts and abdominal fat deposition. The variable chemical composition of the carcass, empty body and mineral matter showed quadratic effect on the digestible lysine levels. The digestible lysine levels had no effect on the chemical composition of blood and offal fractions. However, evidences of linear increase in the protein deposition of carcass and empty body due to the increase in the digestible lysine level were observed. Considering performance, the digestible lysine level should be 1.10% or higher.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Níveis de lisina para frangos de corte de 1 a 21 e 15 a 40 dias de idade/ Lysine levels for broiler chickens from 1 to 21 and 15 to 40 days of age

Barboza, Walter Amaral; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rodrigues, Paulo Borges
2000-08-01

Resumo em português Foram realizados dois experimentos para determinar a exigência nutricional de lisina total para frangos de corte Hubbard e Ross de ambos os sexos, nos períodos de 1 a 21 e 15 a 40 dias de idade. Foram avaliados ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar e rendimentos de carcaça, peito com osso, carne de peito e gordura abdominal. Para cada fase, o delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 2 x 6, constituído de (mais) dois sexos, duas marcas e seis níveis dietéticos de lisina, com quatro repetições e um total de 1920 aves. Dietas basais com 1,0% de lisina, 22,61% PB, 3050 kcal EM/kg, no primeiro experimento, e 0,825% de lisina, 19,6% PB e 3200 kcal EM/kg, no segundo experimento, foram suplementadas com seis níveis de lisina (0; 0,06; 0,12; 0,18; 0,24; e 0,30%). Considerando-se características como ganho de peso e conversão alimentar, as estimativas das exigências dietéticas para a fase de 1 a 21 dias foram 1,191 e 1,198% de lisina total para machos e fêmeas Ross e de 1,174 e 1,188% de lisina total para machos e fêmeas Hubbard, respectivamente. Para a fase de 15 a 40 dias, considerando-se ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar e rendimentos de carcaça, peito com osso, carne de peito e gordura abdominal, o nível de 1,125% de lisina total na ração foi considerado adequado para ambos os sexos das duas marcas comerciais. Resumo em inglês Two experiments were carried out to determine the nutritional requirement of total lysine for Hubbard and Ross broiler chickens of both sexes, from 1 to 21 and from 22 to 40 days of age. The evaluated traits were weight gain, feed intake, feed:gain, carcass yield, breast with bone yield, breast meat yield and fat pad. In each phase, a completely randomized block experimental design in a 2 x 2 x 6 factorial arrangement was used, with two sexes, two trade mark and six dieta (mais) ry lysine levels, with four replicates using a total of 1920 birds. The basal diets with 1.0% of lysine, 22.61% CP and 3050 kcal ME/kg in the first experiment and 0.825% lysine, 19.6% CP and 3200 kcal ME/kg in the second experiment, were supplemented with six lysine levels (0, 0.06, 0.12, 0.18, 0.24 and 0.30%). Considering the traits as weight gain, feed: gain, the dietary requirement estimates for the phase from 1 to 21 days were 1.191% and 1.198% total lysine for males and females Ross and 1.174% and 1.188% of total lysine for males and females Hubbard, respectively. For the period from 15 to 40 days, considering the weight gain, feed:gain ratio, carcass yield, breast with bone yield, breast meat yield and fat pad, the dietary total lysine level of 1.125% was considered adequate for both sexes from the two trade marks.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Níveis de lisina para frangos de corte de 22 a 40 e 42 a 48 dias de idade/ Lysine levels for broiler chickens from 22 to 40 and 42 to 48 days of age

Barboza, Walter Amaral; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rodrigues, Paulo Borges
2000-08-01

Resumo em português Foram realizados dois experimentos para determinar a exigência nutricional de lisina total para frangos de corte Hubbard e Ross de ambos os sexos, no período de 22 a 40 e de 42 a 48 dias de idade. Foram avaliados ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentary e rendimento de peito com osso e carne de peito. Para cada fase, o delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 2 x 6, constituídos de dois sexos, duas marcas (mais) e seis níveis dietéticos de lisina, com quatro repetições e um total de 1920 aves. Dietas basais com 0,80% de lisina, 19,8% PB e 3100 kcal EM/kg, no primeiro experimento, e 0,75% de lisina, 18,5% PB e 3200 kcal EM/kg, no segundo experimento, foram suplementadas com seis níveis de lisina (0; 0,06; 0,12; 0,18; 0,24; e 0,30%). Considerando-se ganho de peso, conversão alimentar, rendimentos de peito com osso e carne de peito dos frangos, as estimativas das exigências dietéticas de lisina total na fase de 22 a 40 dias foram 0,80% para fêmeas Ross, 0,993% para fêmeas Hubbard, 0,998% para machos Hubbard e 1,03% para machos Ross, respectivamente. Para a fase de 42 a 48 dias, recomenda-se o nível de 0,90% de lisina total na ração para ambos os sexos das duas marcas comerciais. Resumo em inglês Two experiments were carried out to determine the nutritional requirement of total lysine for Hubbard and Ross broiler chickens of both sexes, from 22 to 40 and from 42 to 48 days of age. Weight gain, feed intake, feed:gain ratio, breast with bone yield, and breast meat yield were evaluated. In each period, a completely randomized block experiment design in a factorial 2 x 2 x 6 was used, with two sexes, two trademarks and six dietary lysine levels, with four replicates u (mais) sing a total of 1920 birds. The basal diets with 0.80% of lysine, 19.8% CP and 3100 kcal ME/kg in the first experiment and 0.75% lysine, 18.5% CP and 3200 kcal ME/kg in the second experiment, were supplemented with six lysine levels (0, 0.06, 0.12, 0.18, 0.24 and 0.30%). Considering weight gain, feed:gain ratio, breast with bone yield and breast meat yield of the chickens, the total lysine dietary requirement estimates from 22 to 40 days were 0.80% for females Ross, 0.993% for female Hubbard, 0.998% for males Hubbard and 1.03% for males Ross, respectively. For the period from 42 to 48 days, the dietary total lysine level recommended was 0.90% for both sexes and trade marks.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Níveis de lisina digestível e zinco quelato sobre os parâmetros produtivos de poedeiras marrons/ Digestible lysine and zinc chelate levels on the production variables of brown laying hens

Pacheco, Bruna Helena Carvalho; Trindade Neto, Messias Alves da; Albuquerque, Ricardo de; Schammass, Eliana Aparecida
2010-11-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar a produção de ovos em galinhas Isa Brown alimentadas com dietas com diferentes níveis de lisina digestível e zinco quelato. Utilizaram-se 720 poedeiras marrons, em dois períodos de avaliação, de 24 a 36 e de 48 a 60 semanas de idade. As dietas foram avaliadas em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 × 3, composto de 5 níveis de lisina digestível (0,482; 0,527; 0,582; 0,644 e 0,732%) e 3 de zinco quelato (20, 40 e 80 pp (mais) m), de modo que cada combinação foi testada em 6 repetições de 8 aves por unidade experimental. Na fase de 24 a 36 semanas de idade, houve influência da interação de lisina digestível e zinco no consumo médio diário de ração e na porcentagem de postura. Na fase de 48 a 60 semanas, a interação foi evidenciada somente no consumo médio diário de ração. O aumento da concentração de lisina digestível favoreceu o consumo de ração em todos os níveis de zinco. Em ambas as fases, a menor concentração de zinco atende às necessidades de produção das aves. O valor médio estimado de lisina digestível ideal foi de 0,732% para a fase de 24 a 36 semanas e de 0,578% para a fase de 48 a 60 semanas de idade. Resumo em inglês This work aimed at evaluating egg production in Isa Brown hens fed diets with different levels of digestible lysine and chelate zinc. It was used 720 brown laying hens, in two evaluation periods, from 24 to 36 and from 48 to 60 weeks of age. The diets were evaluated in a completely randomized design in a 5 × 3 factorial scheme composed of five levels of digestible lysine (0.482; 0.527; 0.582; 0.644 and 0.732%) and three levels of chelate zinc (20, 40 and 80 ppm), so each (mais) combination was tested in 6 repetitions of 8 birds per experimental unit. In the phase from 24 to 36 weeks of age, there was an influence of digestible lysine and zinc on average feed intake of the ration and on laying percentage. During the phase from 48 to 60 weeks of age, the interaction was evidenced only on the average feed intake. The increase of digestible lysine concentration favored feed intake at all zinc levels. In both phases, the lowest zinc concentration meets poultry production needs. The estimated average value of ideal digestible lysine was 0.732% for the phase from 24 to 36 weeks of age and 0.578% for phase from 48 to 60 weeks of age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Níveis de lisina digestível da ração e temperatura ambiente para frangos de corte em crescimento/ Dietary digestible lysine levels and environmental temperature for growing broiler chickens

Siqueira, Jefferson Costa de; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Cecon, Paulo Roberto; Balbino, Eric Márcio; Oliveira, Will Pereira de
2007-12-01

Resumo em português Este estudo foi conduzido para avaliar os efeitos dos níveis de lisina digestível da ração e da temperatura ambiente sobre o desempenho e as características de carcaça de frangos de corte dos 22 a 42 dias de idade. Foram utilizados 672 frangos Ross®, machos, com peso médio de 726 g, em delineamento inteiramente casualizado segundo arranjo fatorial 4 × 4, com seis repetições de sete aves. Os frangos foram mantidos nas temperaturas de 18,5; 21,1; 24,5 e 27,0 (mais) ºC e foram alimentados com rações com diferentes níveis de lisina digestível (0,934; 1,009; 1,084 e 1,159%). Não houve interação temperatura ambiente × níveis de lisina da ração para as variáveis estudadas. O consumo de ração (CR) e o ganho de peso (GP) não foram influenciados pelos níveis de lisina. O consumo de ração reduziu linearmente com a temperatura ambiente e o ganho de peso aumentou até a temperatura estimada de 21,5ºC. A conversão alimentar melhorou até o nível estimado de 1,085% de lisina digestível. Os pesos de carcaça (PC), peito com osso (PPO), coxa (PCX) e sobrecoxa (PSCX) aumentaram até as temperaturas estimadas de 21,9; 21,0; 22,7 e 23,7ºC, respectivamente. Os rendimentos de carcaça (RC), coxa (RCX) e sobrecoxa (RSCX) aumentaram, enquanto o peso do peito sem osso (PPSO) e os rendimentos de peito com osso (RPO) e sem osso (RPSO) reduziram linearmente com a temperatura ambiente. O PCX e o RCX aumentaram, mas o RSCX reduziu linearmente com os níveis de lisina da ração. O PC, PPO, PSCX, RC, RPO e o RPSO não foram influenciados pelos níveis de lisina. A temperatura ambiente no intervalo de 18,5 e 27,0ºC não influenciou as exigências de lisina das aves. A condição para melhor conversão alimentar no período de 22 a 42 dias foi obtida com o nível de 1,085% de lisina digestível na ração e com a temperatura ambiente estimada de 23,3ºC. Resumo em inglês This study was aimed to evaluate the effects of the dietary digestible lysine levels and environmental temperature on performance and carcass characteristics of broiler chickens from 22 to 42 days-old. Six hundred seventy two males Ross® broiler chickens with an average weight of 726 g were allotted to a completely randomized design, in a 4 × 4 factorial arrangement with six replicates and seven birds per experimental unit. The chickens were fed with different dige (mais) stible lysine levels in the diet (0.934, 1.009, 1.084, and 1.159%) and kept under different environmental temperatures (18.5, 21.1, 24.5, and 27.0°C). There were no interactions between environmental temperature and lysine levels in the diet for the studied variables. Feed intake and the weight gain (WG) were not influenced by lysine levels in the diet. Feed intake linearly reduced with the environmental temperature and the WG increased up to the estimated temperature of 21.5°C. The feed:gain ratio improved up to the estimated digestible lysine level in the diet of 1.085%. The weights of carcass (CW), boned breast (BBW), thigh (TW) and drumstick (DW) increased up to the estimated temperatures of 21.9, 21.7, 22.7, and 23.7°C, respectively. The yields of carcass (CY), thigh (TY) and drumstick (DY) increased, whereas the deboned breast weight (DBW), the boned breast yield (BBY) and deboned breast yield (DBY) linearly decreased with the environmental temperature. The TW and TY increased, whereas the DY linearly decreased with the lysine levels in the diet. The lysine levels did not influence the CW, BBW, DW, CY, BBY and DBY. The environmental temperature in the range from 18.5 to 27.0°C did not influence the lysine requirements of the birds. The condition that provided better feed:gain ratio during the experimental period was obtained with the digestible lysine level in the diet of 1.085% and the estimated environmental temperature of 23.3°C.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Níveis de lisina digestível em rações para poedeiras no período de 24 a 40 semanas de idade/ Digestible lysine levels in feed for 24 to 40-week old laying hens

Rocha, Tatiana Cristina da; Gomes, Paulo Cezar; Donzele, Juarez Lopes; Barreto, Sergio Luiz de Toledo; Mello, Heloisa Helena de Carvalho; Brumano, Gladstone
2009-09-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido com o objetivo de determinar a exigência de lisina digestível para poedeiras leves no período de 24 a 40 semanas de idade. Foram utilizadas 216 poedeiras Hy-Line W36 em delineamento em blocos casualizados com seis tratamentos, seis blocos e seis aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de uma ração basal, com 14,54% de proteína bruta, deficiente em lisina digestível (0,545%), e suplementada com seis níveis de L-lisina (mais) HCl (78%): 0,00; 0,059; 0,118; 0,177; 0,237 e 0,295%. Considerando a digestibilidade da lisina de 97,6%, a quantidade de L-lisina.HCl adicionada em cada ração forneceu 0,00; 0,045; 0,090; 0,135; 0,180 e 0,225% de lisina digestível respectivamente, resultando em rações com 0,545; 0,590; 0,635; 0,680; 0,725 e 0,770% de lisina digestível. Os consumos de ração e de lisina, a produção de ovos, o peso médio dos ovos, a massa de ovos, a conversão alimentar/dúzia de ovos, o índice de albúmen e o peso final das aves apresentaram resposta linear ao aumento dos níveis lisina digestível. Os níveis de lisina digestível tiveram efeito quadrático sobre a conversão alimentar/massa de ovos, mas não tiveram efeito significativo sobre a unidade Haugh, o índice de gema e os componentes dos ovos. A exigência de lisina digestível foi estimada em, no mínimo, 0,770% na ração, que corresponde a consumo de 759 mg de lisina digestível/ave/dia. Resumo em inglês The objective of this study wast to determine the requirement of digestible lysine for light-weight laying hens 24 to 40 weeks of age. Two hundred and sixteen Hy-Line W36 light-weight laying hens were allotted to a randomized complete blocks with six treatments, six blocks and six hens per experimental unit. The treatments consisted of a basal diet, with 14.54% crude protein, deficient in digestible lysine (0.545%), supplemented with six levels of L-lysine HCl (78%) 0.00; (mais) 0.059; 0.118; 0.177; 0.237 and 0.295%. Considering the digestibility of the lysine to be 97.6%, the amount of L-lysine. HCl added in each diet supplied 0.00; 0.045; 0.090; 0.135; 0.180 and 0.225 digestible lysine, respectively, resulting in diets with 0.545; 0.590; 0.635; 0.680; 0.725 and 0.770% digestible lysine. Feed intake, lysine intake, egg production, average egg weight, egg mass, feed conversion (kg feed/egg dozen), albumen index and final weight gain of the chickens showed a linear response with increase in the digestible lysine levels. There was a quadratic effect for the levels of digestible lysine on feed conversion/egg mass but no significant effect on Haugh Units, yolk index and egg components was detected. The digestible lysine requirement was estimated to be at least 0.770% of the diet, corresponding to the intake of 759 mg of lysine digestible/hen/day.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Níveis de lisina digestível para poedeiras Hy-Line W-36 em produção/ Levels of digestible lysine for Hy-Line W-36 hens in production period

Jardim Filho, Roberto de Moraes; Stringhini, José Henrique; Andrade, Maria Auxiliadora; Café, Marcos Barcellos; Leandro, Nadja Susana Mogyca; Carvalho, Fabyola Barros de
2010-04-01

Resumo em português Objetivou-se determinar os melhores níveis de lisina digestível para poedeiras em produção. Avaliaram-se o desempenho, o consumo de nutrientes, o metabolismo, a qualidade de ovos, os parâmetros sanguíneos e o desenvolvimento do aparelho reprodutor de 160 poedeiras Hy-Line W-36 com 25 semanas de idade. As aves foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com quatro níveis de lisina digestível (600, 700, 800 ou 900 mg de lisina/kg de ração) e quat (mais) ro repetições, utilizando-se o esquema de parcelas subdivididas na avaliação do balanço de nitrogênio, dos parâmetros sanguíneos e do aparelho reprodutor. Os níveis de lisina da dieta influenciaram os consumos de alimento, proteína e energia, cujo ponto de máximo foi observado no nível de 720 mg de lisina. Para produção de ovos, o melhor nível foi 800 mg de lisina; para conversão alimentar, 900 mg; e, para balanço de nitrogênio, 700 mg. A digestibilidade de extrato etéreo, a qualidade dos ovos, o desenvolvimento do aparelho reprodutor e os parâmetros sanguíneos não foram influenciados pelos níveis de lisina digestível da dieta. Recomendam-se níveis de 700 a 800 mg de lisina digestível para metabolismo e desempenho e 600 mg para qualidade dos ovos e melhor desenvolvimento do aparelho reprodutor. Resumo em inglês In this experiment it was aimed to determine the best levels of digestible lysine for laying hens in production period. Performance, nutrients intake, metabolism, egg quality, blood parameters and development of reproductive tract for 160 Hy-Line W-36 hens at 25 weeks of age. Hens were distributed in a completely randomized design with four levels of digestible lysine (600, 700, 800 or 900 mg of Lys/kg) and four replicates by using a split spot scheme was used at evaluati (mais) on of nitrogen balance, blood parameters and reproductive tract. Lysine levels in the diet affected food, protein and energy intakes whose maximum point was noted at the level of 720 mg of Lysine. For egg production, food conversion, and nitrogen balance, the best levels of lysine was 800 mg, 900 mg, and 700 mg, respectively. The digestibility of ethereal extract, egg quality, development of reproductive tract and blood parameters were not affected by levels of digestible lysine in the diet. It is suggested 700 and 800 mg of digestible lysine for metabolism and performance, respectively, and 600 mg for egg quality and better development of the reproductive trait.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Exigência de lisina digestível para suínos machos castrados de alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça dos 15 aos 30 kg/ Dietary digestible lysine requirement of barrows with high genetic potential for lean gain in the carcass from 15 to 30 kg

Oliveira, Alexandre Luiz Siqueira de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Ferreira, Aloízio Soares; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Haese, Douglas
2006-12-01

Resumo em português Foram utilizados 50 suínos machos castrados (15,4 ± 1,02 kg PV inicial), com alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça, para determinação da exigência de lisina digestível, considerando o desempenho e a taxa de deposição de proteína na carcaça. Adotou-se o delineamento de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, cinco repetições e dois animais por repetição. Os tratamentos consistiram de cinco níveis de lisina digestível (0, (mais) 80; 0,90; 1,00; 1,10 e 1,20%), obtidos por meio da proporção de milho e farelo de soja nas rações. Os animais foram mantidos no experimento até atingirem 30,0 ± 1,93 kg PV. O ganho de peso diário foi influenciado de forma quadrática pelos níveis de lisina digestível, aumentando até o nível estimado de 1,10%. Observou-se efeito linear dos níveis de lisina digestível da ração sobre a conversão alimentar, a deposição de proteína e o consumo de lisina diário. O consumo de ração diário não foi influenciado pelo nível de lisina das rações. A exigência de lisina digestível para suínos machos castrados de alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça 15 a 30 kg é de 1,10%, que corresponde a um consumo de lisina digestível diário de 12,05 g. Resumo em inglês Fifty barrows with high genetic potential for lean gain averaging initial body weight (BW) of 15.4 ± 1.02 kg were used to determine the digestible lysine requirements, considering performance and carcass protein deposition rate. The experiment was analyzed as a complete block design with five treatments, five replicates and two animals per replicate. Treatments consisted of five digestible lysine levels (0.80, 0.90, 1.00, 1.10, and 1.20%) obtained with different di (mais) etary amounts of corn and soybean meal. Animals were kept in the experiment until they reached final BW of 30.0 ± 1.93 kg. It was observed quadratic effect of treatments on daily weight gain, that increased until the 1.10% estimated level. Linear effect of dietary digestible lysine levels on feed:gain, protein deposition and daily lysine intake was observed. No treatment effect on daily feed intake was noticed. Barrows with high genetic potential for lean gain in the carcass from 15 to 30 kg require 1.10% of dietary digestible lysine that is correspondent to a 12.05 g/day digestible lysine intake.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Exigência de Lisina para Machos Castrados de Dois Grupos Genéticos de Suínos na Fase de Terminação, com Base no Conceito de Proteína Ideal/ Lysine Requirement for Castrated Males of Two Genetic Groups of Swine During Finishing Phase, Based on the Ideal Protein Concept

Moreira, Ivan; Gasparotto, Luiz Fernando; Furlan, Antônio Cláudio; Patrício, Valquíria Mayumi Ishida; Oliveira, Gisele Cristina de
2002-02-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento para determinar as exigências de lisina de machos castrados, em fase de terminação, de dois grupos genéticos de suínos, com base no conceito de proteína ideal. Foram utilizados 16 suínos do grupo genético comum (GGC) e 16 suínos do grupo genético melhorado (GGM), distribuídos em quatro tratamentos que consistiram de uma ração basal, à base de milho e farelo de soja, contendo 0,60% de lisina e outras três rações, acrescentando- (mais) se níveis crescentes de lisina para se obter 0,75, 0,90 e 1,05% de lisina total na ração. Adicionaram-se aminoácidos sintéticos (L-Lisina HCl, DL-metionina, L-treonina e L-triptofano), para manter os níveis de aminoácidos, de acordo com o perfil de proteína ideal. Foi feita a determinação das concentrações de nitrogênio da uréia plasmática (NUP). Fez-se a medição de características de carcaça in vivo, utilizando um aparelho de ultra-som Sono Grader e, ao final do período experimental, 12 animais de cada grupo genético foram abatidos e suas carcaças avaliadas, de acordo com o Método Brasileiro de Classificação de Carcaça. Não foi observado efeito (P>0,05) dos níveis de lisina sobre o NUP para os grupos genéticos. Para suínos do GGM em fase de terminação (53 a 92 kg de PV), a exigência de lisina total é superior a l,05%, enquanto, para o GGC (50 a 90 kg de PV), é de 0,60% de lisina total. Resumo em inglês A trial was carried out to determine lysine requirements for castrated males during finishing phase of two genetic swine groups, based on the ideal protein concept. Sixteen animals from genetic common group (GCG) were used and another sixteen, from the genetic improved group (GIG) were allotted to four treatments. The treatment consisted on a basal diets, based on corn and soybean meal containing 0.60% of lysine and other three diet, adding increasing lysine levels to ach (mais) ieve 0.75, 0.90 and 1.05% of total lysine. Synthetic amino acids were added (L-lysine HCl, DL-methionine, L-threonine and L-tryptophan) to keep amino acid levels according to the ideal protein profile. The plasma urea nitrogen (PUN) concentrations were recorded. The carcass traits were done with in vivo pigs using the Sono Grader ultra sound equipment. At the end of the experimental period, 12 animals were slaughtered and their carcasses were evaluated according to the Brazilian Method of Carcass Classification. It was observed no effect of lysine levels (LL) on PUN for different genetic groups. Lysine requirement for GIG pigs, during finishing phase (53 to 92 kg of live weight), is over 1.05%, whereas for GCG (50 to 90 kg of live weight) is 0.60% of total lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Níveis de lisina digestível em rações para alevinos de tilápia-do-nilo/ Digestible lysine level in feed for Nile tilapia fingerlings

Takishita, Sylvia Sanae; Lanna, Eduardo Arruda Teixeira; Donzele, Juarez Lopes; Bomfim, Marcos Antonio Delmondes; Quadros, Moisés; Sousa, Maíra Paula de
2009-11-01

Resumo em português Avaliaram-se níveis de lisina digestível em rações para alevinos de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus), linhagem tailandesa, com base no conceito de proteína ideal. Utilizaram-se 432 alevinos com peso inicial de 0,98 ± 0,03 g, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com 6 tratamentos, 6 repetições e 12 peixes por unidade experimental. Os tratamentos constaram de seis rações isoenergéticas (3.000 kcal de ED/kg de ração) e isoproteicas (39 (mais) ,14% de PB) contendo 1,50; 1,66; 1,82; 1,98; 2,14 ou 2,30% de lisina digestível. Foram avaliados o consumo de ração, o consumo de lisina digestível, o ganho de peso, a taxa de crescimento específico, a taxa de sobrevivência, a conversão alimentar, as taxas de deposição diária de proteína e gordura corporais, a composição química corporal (teores de umidade, proteína e gordura corporais) e a eficiência de retenção de nitrogênio. O consumo de lisina digestível, a conversão alimentar, a porcentagem de proteína corporal e a deposição de proteína corporal melhoraram de forma linear de acordo com o nível de lisina digestível. O modelo Linear Response Plateau foi o de melhor ajuste para consumo de ração, ganho de peso, taxa de crescimento específico e eficiência de retenção de nitrogênio e estimou em 2,06; 2,17; 2,14 e 2,12%, respectivamente, os níveis de lisina digestível para melhorar cada um desses parâmetros. A exigência de lisina digestível e total em rações para alevinos de tilápia-do-nilo é, respectivamente, de 2,17% (0,723%/Mcal de energia digestível) e de 2,32% (0,773%/Mcal de energia digestível) para atender às principais características de desempenho e de carcaça utilizando-se o conceito de proteína ideal na formulação das rações. Resumo em inglês The effect of digestible lysine levels was evaluated in diets for Nile tilapia fingerlings (Oreochromis niloticus), Thailand lineage, based on the ideal protein concept. Four hundred and thirty two Nile tilapia fingerlings with an initial body weight of 0.98 ± 0.03 g were allotted in a randomized complete design, with six treatments, six replications per treatment and twelve fish per experimental unit. The treatments consisted of six isoenergetic (3.000 kcal of DE/kg fee (mais) d) and isoproteic (39.14% CP) diets with different levels of digestible lysine (1.50, 1.66, 1.82, 1.98, 2.14 and 2.30%). Feed intake, digestible lysine intake, average weight gain, specific growth rate, survival rate, feed conversion, daily protein deposition rate, daily fat deposition rate, chemical body composition (moisture, protein and fat content) and nitrogen retention efficiency were evaluated. The different levels of lysine improved linearly the parameters of digestible lysine intake, feed conversion, body protein content and body protein deposition. The Linear Response Plateau model best fitted the parameters of feed consumption, average weight gain, specific growth rate and nitrogen retention efficiency, estimating at 2.06%, 2.17, 2.14 and 2.12% respectively, the level of digestible lysine to maximize each of the parameters. The digestible and total digestible lysine requirement for Nile tilapia fingerlings was 2.17% (0.723%/Mcal of DE) and 2.32% (0.773%/Mcal of DE), respectively, to meet the main performance parameters and carcass traits, when the ideal protein concept was used in diet formulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Níveis de lisina em ração de lactação para fêmeas suínas primíparas/ Lysine levels in the diet of primiparous lactating sows

Cota, Tereza da Silveira; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Lopes, Darci Clementino; Orlando, Uislei Antônio Dias; Generoso, Rafaela Antônia Ramos
2003-02-01

Resumo em português Foram utilizadas 40 porcas mestiças (Landrace x Large White) de primeiro parto, com peso médio de 182,2 ±16,5 kg para avaliar diferentes níveis de lisina total (0,95; 1,03; 1,10; 1,18; e 1,25%) na ração, mantendo-se a mesma relação de aminoácidos, durante a lactação (21 dias). Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com cinco tratamentos, oito repetições, sendo a porca considerada a unidade experimental. O consumo total de ração não variou entr (mais) e os tratamentos, com as porcas consumindo, em média, 4,2 kg de ração por dia. O consumo de lisina e o peso das porcas à desmama aumentaram de forma linear, em razão do nível de lisina das rações. Embora a variação de peso das porcas não tenha sido significativa, as porcas que consumiram as rações com níveis de lisina iguais ou superiores a 1,18% apresentaram menores valores absolutos de perda de peso durante a lactação. O ganho de peso e o peso à desmama dos leitões e da leitegada, a espessura de toucinho e o número de dias para a retomada do estro das porcas após a desmama não foram influenciados pelos níveis de lisina da ração. Concluiu-se que o nível de 0,95%, correspondente a um consumo diário de 40 g de lisina total, atende às exigências de lisina de porcas primíparas em lactação. Resumo em inglês Forty crossbred sows (Landrace x Large White) from the first parturition, with average weight of 182.2 ±16.5 kg, were used to evaluate the total lysine levels (0.95, 1.03, 1.10, 1.18, and 1.25%) in the diet, maintaining the same amino acids relation, during lactation (21 days). A completely randomized blocks design, with five treatments, eight replicates, where the sow was considered the experimental unit, was used. Total feed intake did not change according to the (mais) treatments, where the sows were daily fed, in average, 4.2 kg. Lysine intake and sows weight at weaning linearly increased, according to the lysine levels in the diet. Although the sows weight variation was not significant, the sows fed diets with lysine levels equal or superior than 1.18% showed smaller absolute values of weight loss during lactation. Weight gain and weaning weight of piglets and litter, backfat thickness and the number of days to return to estrus of sows after weaning were not affected by the dietary lysine levels. It was concluded that the level of 0.95%, correspondent to a daily intake of 40 g total lysine, met the lysine requirements of lactating primiparous sows.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Níveis de lisina digestível para leitões dos 6 aos 15 kg/ Digestible lysine level for piglets from 6 to 15 kg

Nunes, Christiane Garcia Vilela; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Siqueira, Jefferson Costa de; Pereira, Adriana Aparecida; Silva, Bruno Alexander Nunes
2008-01-01

Resumo em português Este estudo foi realizado para avaliar o efeito de diferentes níveis de lisina digestível na ração sobre o desempenho de leitões dos 6 aos 15 kg. Foram utilizados 120 leitões (80 machos castrados e 40 fêmeas), distribuídos em um delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos (1,06; 1,16; 1,26; 1,36 e 1,46% de lisina digestível na ração), oito repetições e três animais por unidade experimental, mantidos em ambiente termoneutro. Os níveis (mais) de lisina digestível na ração não influenciaram o consumo diário de ração. Entretanto, o consumo de lisina digestível, o ganho de peso e a deposição de proteína corporal aumentaram de forma linear de acordo com os níveis de lisina digestível na ração. Os níveis de lisina digestível na ração influenciaram a conversão alimentar, que variou de forma quadrática, reduzindo até o nível estimado de 1,41% de lisina digestível. O nível estimado de no mínimo de 1,46% proporcionou melhores resultados de ganho de peso e deposição de proteína na carcaça de leitões dos 6 aos 15 kg mantidos em ambiente termoneutro. Resumo em inglês This study was conducted to evaluate the effect of different levels of digestible lysine in diets on the performance of piglets from 6 to 15 kg. One hundred and twenty piglets (80 castrated males and 40 females) were used. The piglets were allotted to a completely randomized block design, with five treatments (1.06, 1.16, 1.26, 1.36, and 1.46% of digestible lysine), eight replicates and three animals per experimental unit, kept in thermoneutral environment. The dietary le (mais) vel of digestible lysine did not affect daily feed intake. However, the digestible lysine intake, weight gain and body protein deposition increased linearly according to the dietary lysine levels. The dietary digestible lysine levels affected feed:gain ratio that reduced in a quadratic way until the estimated dietary digestible lysine level of 1.41%. The estimated level at least of 1.46% provided the higher weight gain and body protein deposition to piglets from 6 to 15 kg on thermoneutral environment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Exigências de lisina, com base no conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados dos 96 aos 120kg, selecionados para eficiência de crescimento/ Lysine requirements, based on ideal protein concept, for barrows with high genetic potential for growth efficiency, from 96 to 120kg

Arouca, C.L.C.; Fontes, D.O.; Veloso, J.A.F.; Moreira, H.F.V.; Marinho, P.C.
2005-02-01

Resumo em português Determinaram-se as exigências de lisina para suínos machos castrados utilizando-se 50 animais em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos (0,5; 0,6; 0,7; 0,8 e 0,9% de lisina total), cinco repetições e dois animais por baia. Adicionaram-se aminoácidos sintéticos para manter o nível de acordo com o perfil da proteína ideal. Houve efeito quadrático dos tratamentos sobre o ganho de peso diário e conversão alimentar. O modelo linear respo (mais) nse plateau ajustou-se melhor aos dados de conversão alimentar. Observou-se aumento linear do consumo de lisina diário, espessura de toucinho na 10ª costela e espessura de toucinho na última costela. Não houve efeito sobre o consumo de ração diário, espessura de toucinho no P1, espessura de toucinho no P2, profundidade de lombo, porcentagem de carne magra, taxa de deposição de carne magra diária, rendimento de carcaça, comprimento de carcaça pelo método brasileiro, comprimento de carcaça pelo método americano e sobre o peso e rendimento dos cortes cárneos. Suínos machos castrados de 96 a 120kg, selecionados para eficiência de crescimento, exigiram 0,61% de lisina total, correspondendo ao consumo de 22,74g/dia. Resumo em inglês Lysine requirements of hybrid barrows (AG 1050 grandmother’s brothers), using 50 animals in a completely randomized block design with five dietary treatments (.50; .60; .70; .80 and .90% of total lysine), five replicates and two animals per experimental unit were estimated. Crystalline amino acids were added to keep amino acids levels according to the ideal protein profile. Quadratic effects of treatments on average daily gain and on feed conversion were observed. Linear (mais) effects of treatments on daily lysine intake, on 10th rib fat depth and on last rib fat depth were observed. No effects of lysine level on daily feed intake, P1 back fat thickness, P2 back fat thickness, loin depth, lean percentage, daily lean gain, carcass yield, carcass length, carcass length measured by Brazilian method, weights and sub primal cut yields were found. Barrows selected for high growth efficiency, from 96 to 120kg, required .61% of total lysine, which corresponds to approximately 22.74g/day of lysine intake.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Exigências de lisina, com base no conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados, de 95 a 122kg, selecionados para deposição de carne magra/ Lysine requirements, based on ideal protein concept, for barrows with high genetic potential for lean gain, from 95 to 122kg

Arouca, C.L.C.; Fontes, D.O.; Ferreira, W.M.; Silva, M.A.; Pereira, F.A.
2004-12-01

Resumo em português Determinaram-se as exigências de lisina para suínos machos castrados utilizando-se 40 animais distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos (0,5; 0,6; 0,7; 0,8 e 0,9% de lisina total), quatro repetições e dois animais por baia. Adicionaram-se aminoácidos sintéticos para se manter o nível de acordo com o perfil da proteína ideal. Observou-se efeito quadrático dos tratamentos sobre o ganho de peso diário, espessura do toucinh (mais) o na 10ª costela, espessura do toucinho na última costela e conversão alimentar. Houve efeito linear sobre o consumo de lisina diário e taxa de deposição de carne magra diária. O modelo linear response plateau ajustou-se melhor aos resultados da taxa de deposição de carne magra diária. Não houve efeito sobre o consumo de ração diário, espessura de toucinho no P1, espessura de toucinho no P2, profundidade de lombo, porcentagem de carne magra, rendimento de carcaça, comprimento de carcaça pelo método brasileiro, comprimento de carcaça pelo método americano e rendimento de pernil. A exigência de lisina total para suínos machos castrados de 95 a 122kg, selecionados para deposição de carne magra na carcaça, é de 0,76%, correspondendo ao consumo de 25,99g/dia. Resumo em inglês Lysine requirements of crossbred barrows (AG-PIC 412 X C-22), using 40 animals in a completely randomized block design with five dietary treatments (.50; .60; .70; .80 and .90% of total lysine), four replicates and two animals per experimental unit were estimated. Synthetic amino acids were added to keep amino acids levels according to the ideal protein profile. Quadratic effect of treatments on average daily gain, on feed conversion, on 10th rib fat depth and on last rib (mais) fat depth were observed. Linear effects of treatments on daily lysine intake and on daily lean gain, were observed. No effects of lysine level on daily feed intake, P1 backfat thickness, P2 backfat thickness, loin depth, lean percentage, carcass yield, carcass length, carcass length measured by Brazilian method and ham percentage were found. The total dietary lysine requirement for 95 to 122kg high lean barrows is .76%, which corresponds to approximately 25.99g/day of lysine intake.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Exigência de Lisina, com Base no Conceito de Proteína Ideal, para Suínos Machos Castrados de Dois Grupos Genéticos, na Fase de Crescimento/ Lysine Requirement Based on Ideal Protein Concept, for Growing Barrows from Two Genetic Groups

Gasparotto, Luiz Fernando; Moreira, Ivan; Furlan, Antonio Cláudio; Martins, Elias Nunes; Marcos Júnior, Maurício
2001-12-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento para determinar as exigências de lisina para suínos machos castrados, de dois diferentes grupos genéticos na fase de crescimento, com base no conceito de proteína ideal. Foram utilizados 16 suínos do grupo genético comum (GGC) e 16 suínos do grupo genético melhorado (GGM), distribuídos em um delineamento de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, duas repetições e dois animais por baia. Os tratamentos consistiram de uma ração ref (mais) erência, à base de milho e farelo de soja, contendo 0,75% de lisina e outras três rações, acrescentando-se níveis crescentes de lisina para se obter 0,90, 1,05 e 1,20% de lisina total na ração. Adicionou-se aminoácidos sintéticos (L-lisina HCl, DL-metionina, L-treonina e L-triptofano) para manter os níveis de aminoácidos, de acordo com o perfil de proteína ideal. Para o GGC (20 a 50 kg de peso vivo), as variáveis, consumo de ração diário (CRD), ganho de peso diário (GPD) e conversão alimentar (CA) não sofreram efeito dos níveis de lisina (NL). Observou-se efeito quadrático dos NL sobre o CRD e GPD para o GGM (24 a 45 kg de PV) de 0 a 14 e de 0 a 18 dias, mas não no período total de experimento. Não houve diferença entre GGC e GGM para a variável nitrogênio da uréia plasmática. A exigência de lisina total, baseado no conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados do GGM (24 a 45 kg de peso vivo) é de 1,00%, enquanto que para GGC (20 a 50 kg de peso vivo) é de 0,75%. Resumo em inglês A trial was carried out to determine the lysine requirements for barrows during growing phase from two genetic pig groups according to the ideal protein concept. Sixteen animals from genetic common group (GCG) were used and other sixteen ones, from the genetic improved group (GIG) were allotted in a randomized block design with four treatments two replicates and two pigs per pen. The treatments constituted of the basal diet, based on corn-soybean meal containing 0.75% of (mais) lysine and other three diets, adding increasing lysine levels to get 0.90; 1.05 and 1.20% of total lysine on diet. Synthetic amino acids (L-lysine HCl, DL-methionine, L threonine and L-tryptophan) were added to keep amino acid levels according to the ideal protein profile. For GCG (20 to 50 kg of live weight), lysine levels (LL) did not affect daily feed intake (DFI), daily weight gain (DWG) and feed conversion (FC). It was observed a quadratic effect of LL on DFI and DGW in GIG (24 to 45 kg of live weight), from 0 to 14 and from 0 to 18 days, but not through total period. There was no difference between GCG and GIG for plasma urea nitrogen (PUN). The total lysine requirement, based on ideal protein concept, of castrated growing pigs for GIG (24 to 45 kg of live weight) is 1.00%, while for GCG (20 to 50 kg of live weight) is 0.75%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Exigência de lisina para frangos de corte machos no período de 22 a 42 dias de idade, mantidos em ambiente quente (26ºC)/ Lysine requirement of male broilers from 22 to 42 days of age kept under hot environment (26ºC)

Borges, Aurélio Ferreira; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Orlando, Uislei Antonio Dias; Ferreira, Rony Antonio; Saraiva, Edilson Paes
2002-09-01

Resumo em português Utilizaram-se 240 frangos de corte machos, Avian Farms, com peso médio de 541 ± 3,61 g, no período de 22 a 42 dias de idade, mantidos em ambiente de temperatura alta, para se determinar a exigência de lisina. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (0,88; 0,94; 1,00; 1,06; e 1,12% de lisina total), seis repetições e oito aves por repetição. Durante o período experimental, a tempera (mais) tura manteve-se em 25,6 ±0,24ºC; a umidade relativa, em 68,4 ± 6,30%; a temperatura de globo negro, em 25,7 ± 0,25ºC; e o Índice de Temperatura de Globo e Umidade (ITGU), em 74 ± 0,6. O fornecimento de ração e água foi à vontade. Os níveis de lisina da ração influenciaram o ganho de peso e a conversão alimentar, que aumentaram e melhoraram até os níveis de 1,05 e 1,03%, respectivamente. O consumo de ração não foi influenciado pelos níveis de lisina da ração. Quanto à composição da carcaça, observou-se que os tratamentos influenciaram de forma quadrática a taxa de deposição de proteína, que aumentou até o nível de 1,05% de lisina. Os tratamentos influenciaram o peso absoluto da carcaça, peito com osso, perna, sobrecoxa e gordura abdominal e o peso relativo do peito com osso e da gordura abdominal. Concluiu-se que frangos de corte, no período de 22 a 42 dias de idade, submetidos à temperatura ambiente de 25,6ômicronC, exigem 1,05% de lisina total para máximo desempenho e deposição de proteína na carcaça. Resumo em inglês Two hundred and forty male broilers, Avian Farms with average weight of 541 ± 3.61 g from 22 to 42 days of age, kept under environment of high temperature were used to determining the lysine requirement. A completely randomized design, with five treatments (0.88, 0.94, 1.00, 1.06, and 1.12% of total lysine level), six replicates and eight broilers per replicate, was used. During the experimental period, the air temperature was maintained in (mais) 25.6 ± 0.24ºC, the relative humidity in 68.4 ± 6.30ºC, the black globe temperature in 25.7 ± 0.25ºC and the black globe humidity index (BGHI) in 74 ± 0.6. Feed and water were ad libitum fed to broilers. The dietary lysine levels affected the weight gain, that increased, and the feed:gain ratio, that increased and improved until the levels of 1.05 and 1.03%, respectively. Feed intake was not affected by the dietary lysine levels. For the carcass composition, it was observed that the treatments quadraticly affected the protein deposition rate, that increased up to 1.05% of lysine. The absolute weight of carcass, breast without bone, legs, thigh and of abdominal fat, as well as the relative weight of breast with bone and of abdominal fat, were affected by the treatments. It was concluded that male broilers from 22 to 42 days of age kept under 25.6ºC of environmental temperature require 1.05% of total lysine in the diet for maximum performance and protein deposition in the carcass.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Níveis de lisina em rações para fêmeas suínas em lactação/ Lysine levels in diets for lactating sows

Nunes, Christiane Garcia Vilela; Oliveira, Rita Flavia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Will Pereira de; Silva, Bruno Alexander Nunes; Abreu, Marvio Lobão Teixeira de
2006-08-01

Resumo em português Foram utilizadas 65 porcas (Large White x Landrace) com 217,36 ± 21,35 kg para avaliação de diferentes níveis de lisina total (0,950; 1,025; 1,100; 1,175 e 1,250%) na ração para a fase de 21 dias de lactação. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos e 13 repetições, sendo a porca considerada a unidade experimental. O consumo total de ração diário foi fixado entre os tratamentos. Os níveis de lisina da ração não inf (mais) luenciaram o peso das matrizes ao desmame, a perda de peso, a espessura de toucinho (ET) das matrizes, a variação na ET, a perda de gordura corporal, o número de leitões desmamados por leitegada e o intervalo desmama-estro. No entanto, foi verificada redução linear na perda de proteína corporal, em kg e em porcentagem, e na produção de leite diária das matrizes suínas com o aumento do nível de lisina na ração. O ganho de peso da leitegada foi influenciado, reduzindo de forma linear com os tratamentos. Os resultados obtidos neste estudo evidenciaram que, ao consumir menores quantidades de lisina, as matrizes mobilizaram suas reservas corporais protéicas para manutenção do desempenho produtivo. Entretanto, a quantidade de proteína mobilizada por estes animais (2,2 kg, correspondente a 6,45% da proteína corporal) não foi suficiente para influenciar os parâmetros produtivos e reprodutivos. O consumo diário de 45 g de lisina total, correspondente a 40 g de lisina digestível, atende às exigências para os desempenhos produtivo e reprodutivo de fêmeas suínas em lactação, enquanto o consumo estimado de 58,9 g de lisina total/dia, correspondente a 53,5 g/dia de lisina digestível, minimiza a perda de proteína corporal durante a lactação. Resumo em inglês Sixty-five crossbred sows (Landrace x Large White) averaging 217.36 ± 21.35 kg were used to evaluate increasing dietary total lysine levels (0.950, 1.025, 1.100, 1.175, and 1.250%) during 21 days of lactation. The experiment was analyzed as a randomized block design, with five treatments, 13 replicates of one sow per experimental unit. The daily total feed intake was fixed for all treatments. The dietary lysine levels did not affect sow weight at weaning, body weight los (mais) s, backfat thickness (BT), BT change, body fat loss, number of weaned piglets per litter and weaning-to-estrus interval. However, there was a linear decrease on body protein loss expressed as kg and percentage and on daily milk production of sows, as the dietary lysine levels increased. The treatments affected litter weight gain, that decreased linearly. The results of this work showed that sows fed decreasing lysine levels retained significant amounts of body protein reserve to maintain their productive performance. However, the protein mobilization of these animals (2.2 kg corresponding to 6.45% of body protein loss) was not enough to affect the productive and reproductive performance. It was concluded that a daily total lysine intake of 45 g, correspondent of 40 g of digestible lysine meets the requirements for productive and reproductive performance of lactating sows and that they require 58.9 g of estimate total lysine/day, that corresponds to 53.5 g/day of digestible lysine to minimize body protein loss during the lactation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Exigência de Lisina para Pintos de Corte Machos Mantidos em Ambiente com Alta Temperatura/ Requirements of Lysine for Male Broiler Chicks under High Temperature Environment

Borges, Aurélio Ferreira; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Donzele, Juarez Lopes; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Orlando, Uislei Antonio Dias; Ferreira, Rony Antonio
2002-01-01

Resumo em português Foram utilizados 400 pintos de corte machos da linhagem Avian Farms, com peso médio de 35 ± 0,15 g, no período de 1 a 21 dias de idade, mantidos em ambiente com alta temperatura ( 29,1 ± 0,39ºC), umidade relativa em 59,7 ± 3,16%, temperatura de globo negro em 28,9 ± 0,42ºC e índice de temperatura de globo e umidade (ITGU) em 77,4 ± 0,59. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (1,04; 1,10; 1,16; 1,22; e 1,28% de lisina tota (mais) l na ração), oito repetições e 10 aves por repetição. Avaliou-se o efeito de níveis de lisina total sobre desempenho, consumo de lisina total, deposições de proteína e gordura na carcaça e pesos absoluto e relativo da gordura abdominal e do coração, fígado e intestinos. O fornecimento de ração e água foi à vontade. Os níveis de proteína bruta, minerais e vitaminas atenderam às exigências dos animais. Verificou-se efeito quadrático dos níveis de lisina total da ração sobre o ganho de peso, que aumentou, e a conversão alimentar, que melhorou até os níveis de 1,20 e 1,24%, respectivamente. O consumo de ração não variou, enquanto o consumo de lisina total aumentou em razão dos tratamentos. Não se observou efeito dos níveis de lisina da ração sobre os pesos absoluto e relativo do coração e do intestino e o peso relativo do fígado. No entanto, o peso absoluto do fígado aumentou de forma quadrática até o nível de 1,17% de lisina total da ração. Com relação à taxa de deposição de proteína, constatou-se aumento quadrático até o nível de 1,26% de lisina total, enquanto a taxa de deposição de gordura não variou com o nível de lisina da ração. Concluiu-se que frangos de corte machos no período de 1 a 21 dias de idade, submetidos à alta temperatura (29,1ºC), exigem 1,20% de lisina total, correspondente a 1,02% de lisina digestível. Resumo em inglês Four hundred Avian Farms male broiler chicks from 1 to 21 days of age, with average weight of 35 ± 0.15 g, were kept under high temperature environment, where the air temperature was maintained in 29.1ºC, the relative humidity in 59.7 ± 3.16%, the black globe temperature in 28.9 ± 0.42ºC and the black globe humidity index (BGHI) in 77.4 ± 0.59. A completely randomized design, with five treatments (1.04; 1.10; 1.16; 1.22 and 1.28% of total dietary lysine level), eigh (mais) t replicates and ten animals per replicate, was used. It was evaluated the effect of total dietary lysine levels on performance, total lysine intake, carcass fat and protein deposition and absolute and relative weights of organs and abdominal fat. Ration and water were ad libitum fed. The levels of crude protein, minerals and vitamins in diet met the animals requirements. It was verified a quadratic effect of total dietary lysine levels on weight gain, that increased, and on feed:gain ratio, that improved until the levels of 1.20 and 1.24%, respectively. Feed intake did not change, while the total lysine intake increased with the treatments. There was no effect of lysine levels on absolute and relative weights of heart and intestine and relative liver weight. However, absolute liver weight increased quadraticaly up to 1.17% of lysine. Considering the protein deposition rate, it was verified quadractic increase until the level of 1.26% of total lysine, while fat deposition rate did not change with lysine level. It was concluded that male broilers from 1 to 21 days of age kept under high temperature (29.1ºC) require 1.20% of total lysine, corresponding to 1.02% of digestible lysine in the diet for best performance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Exigência de lisina digestível para frangos de corte machos de 1 a 42 dias de idade/ Digestible lysine requirements for male broilers from 1 to 42 days old

Goulart, Cláudia de Castro; Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Lima Neto, Raul da Cunha; Souza, Janete Gouveia; Silva, José Humberto Vilar da; Givisiez, Patrícia Emília Naves
2008-05-01

Resumo em português Objetivou-se estimar as exigências nutricionais de lisina digestível de frangos de corte machos de 1 a 42 dias de idade. Utilizaram-se 1.950 pintos de corte Cobb (750 para a fase pré-inicial, 600 para a fase inicial e 600 para a fase de crescimento) com pesos iniciais de 45,1 ± 0,6; 160,5 ± 2,4 e 746,3 ± 10,7 g, respectivamente. As aves foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos, cinco repetições de 25 pint (mais) os por unidade experimental na fase pré-inicial e 20 nas fases inicial e de crescimento. Como tratamentos, uma ração basal deficiente em lisina foi suplementada com L-lisina.HCL de modo a conter seis níveis de lisina digestível: 1,10; 1,16; 1,22; 1,28; 1,34 e 1,40% na fase pré-inicial; 0,92; 0,98; 1,04; 1,10; 1,16 e 1,22% na fase inicial e 0,815; 0,875; 0,935; 0,995; 1,055 e 1,115% na fase de crescimento, respectivamente. As variáveis avaliadas foram: consumo de ração (CR), ganho de peso (GP), conversão alimentar (CA), peso e rendimento de carcaça e de cortes nobres, peso absoluto e relativo das vísceras comestíveis e gordura abdominal. Nas três fases, verificaram-se efeito linear dos níveis de lisina digestível sobre o consumo de ração e efeito quadrático sobre o ganho de peso e a conversão alimentar. Não houve efeito significativo dos níveis de lisina sobre os pesos absolutos de carcaça, coração e gordura abdominal, os rendimentos de carcaça, peito, coxa e sobrecoxa e os pesos relativos de coração, fígado, moela e gordura abdominal. No entanto, verificou-se efeito quadrático sobre os pesos absolutos de peito, coxa, sobrecoxa e fígado. Recomenda-se para frangos de corte machos 1,286; 1,057 e 1,009% de lisina digestível para as fases pré-inicial, inicial e crescimento, respectivamente. Resumo em inglês This study was carried out with the objective of estimating the nutritional requirements of digestible lysine for broiler from 1 to 42 days old. A total of 1,950 male Cobb chicks were used (750, 600 and 600 in pre-initial, initial and growing phase, respectively) with initial weight of 45.1 ± 0.6, 160.5 ± 2.4 g and 746.3 ± 10.7 g, respectively. The birds were distributed in a completely randomized design, using six treatments and five repetitions, wit (mais) h 25, 20, and 20 chicks per experimental unit in the pre-initial, initial and growing phases, respectively. The treatments consisted of a lysine-deficient basal diet that was supplement with L-lysine.HCl in order to contain six digestible lysine levels (1.10, 1.16, 1.22, 1.28, 1.34 and 1.40%; 0.92, 0.98, 1.04, 1.10, 1.16 and 1.22% and 0.815, 0.875, 0.935, 0.995, 1.055 and 1.115%, for the pre-initial, initial and growing phases, respectively). The characteristics evaluated were: feed intake, weight gain and feed conversion, weight and carcass yield and prime cuts, relative and absolute weight of edible viscera and abdominal fat. In all phases, there was a linear effect of digestible lysine levels on feed intake and quadratic effect on weight gain feed conversion. There was no effect of the digestible lysine levels on the absolute weights of carcass, heart, and abdominal fat, carcass yields, breast, thigh and drumsticks, and on the relative weights of the heart, liver, gizzard and abdominal fat. However, there was a quadratic effect on the absolute weights of the breast, drumstick, thigh and liver. Digestible lysine levels recommended for male broilers are 1.286; 1,057 and 0,998% in the pre-initial, initial and growing phases, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Exigência de lisina para aves de reposição de 7 a 12 semanas de idade/ Requirement of lysine for rearing egg-type pullets from 7 to 12 weeks of age

Silva, José Humberto Vilar da; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Gomes, Paulo Cezar; Euclydes, Ricardo Frederico
2000-12-01

Resumo em português Os objetivos deste trabalho foram estimar as exigências de lisina e avaliar seus efeitos na fase de produção de ovos em 200 poedeiras leves (PL) Lohmann Selected Leghorn, e 200 poedeiras semipesadas (PSP) Isa Brown de 7 a 12 semanas. As aves foram distribuídas em delineamento em blocos ao acaso e alimentadas com ração basal contendo 16,0% de proteína bruta (PB) e 2900 kcal/kg de energia metabolizável (EM) suplementada com L-lisina HCl para os níveis de 0,50; 0,55 (mais) ; 0,60; 0,65; e 0,70% de lisina total nas rações. Na fase de postura, 160 aves de cada linhagem foram alimentadas com ração de produção contendo 16,5% de PB, 2900 kcal de EM, 2,9% de Ca+2 e 0,755% de lisina. As estimativas das exigências de lisina obtidas pelo ganho de peso, para a fase de 7 a 12 semanas de idade, foram de 0,64%, ou consumo de 368 mg diário para as PL, e de 0,66%, ou consumo de 395 mg diário para as PSP. Produção de ovos, conversão por massa e conversão por dúzia de ovos das linhagens foram afetadas de forma quadrática pelos níveis de lisina da ração. O consumo de ração das PL em produção foi afetado de forma quadrática e das PSP de forma linear. Durante a fase de crescimento, as PL apresentaram menor ganho de peso e consumo de ração e pior conversão alimentar que as PSP. Durante a fase de postura, as PSP apresentaram maiores produção e massa de ovos, menor consumo e melhores conversões por massa e por dúzia de ovos que as PL. Resumo em inglês The objectives of this work were to estimate the requirement of lysine from 7 to 12 weeks and to evaluate their effect on the egg production phase. Two hundred egg-white pullets (EW), and two hundred egg-brown pullets (EB) strains were allotted in randomized block design, and fed a basal diet with 16.0% of crude protein (CP) and 2,900 kcal/kg metabolizable energy (ME), supplemented with L-lysine HCl for the level of 0.50, 0.55, 0.60, 0.65, and 0.70% of total lysine in the (mais) diet. In the laying period, 160 birds from each trademark were fed with a production diet, contained 16.5% CP, 2,900 kcal ME/kg, and 2.9% Ca+2 and 0.755% of lysine. The pullets requirement of lysine based on weight gain was 0.64% or intake of 368 mg daily for EW, and 0.66% or intake of 395 mg daily for EB. The egg production, egg mass and Feed: egg dozen of the two trademarks were affected by a quadratic relation by the lysine levels in the diet. The feed intake of EW during the laying phase was affected by a quadratic relation, and EB was affected by linear relation. During the growing phase, the EW presented lower weight gain and feed intake and the worst feed:gain ratio than EB. During the laying phase, the EB showed higher egg production and egg mass, lower feed intake and better egg mass and feed:egg dozen than EW.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Exigência de lisina para aves de reposição de 0 a 6 semanas de idade/ Requirement of lysine for rearing egg-type pullets from 0 to 6 weeks of age

Silva, José Humberto Vilar da; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Gomes, Paulo Cezar; Euclydes, Ricardo Frederico
2000-12-01

Resumo em português Objetivando estimar as exigências de lisina de 0 a 6 semanas e avaliar seus efeitos na fase de produção de ovos, 300 poedeiras leves (PL) Lohmann Selected Leghorn e 300 poedeiras semipesadas (PSP) Isa Brown foram distribuídas em delineamento em blocos ao acaso e alimentadas com ração basal contendo 18,50% de proteína bruta (PB) e 2.900 kcal de energia metabolizável (EM) suplementada com L-lisina HCl para os níveis de 0,75; 0,80; 0,85; 0,90; e 0,95% de lisina tota (mais) l nas rações. Na fase de postura, 160 aves de cada linhagem foram alimentadas com ração de produção contendo 16,50% de PB, 2.900 kcal EM, 2,9% de Ca+2 e 0,755% de lisina. As estimativas das exigências de lisina obtidas pela conversão alimentar para a fase de 0 a 6 semanas de idade foram de 0,86% ou consumo de 254 mg diário para as PL e de 0,87% ou consumo de 238 mg diário para as PSP. Produção de ovos, consumo de ração e conversão por dúzia de ovos das PSP foram afetados de forma quadrática pelos níveis de lisina da fase de crescimento. Massa de ovos e conversão por massa de ovos das PSP e conversão por massa de ovos das PL foram afetadas de forma linear. Durante a fase de crescimento, as PL apresentaram pior conversão alimentar que as PSP. Durante a fase de produção, as PSP produziram ovos mais leves, mas as conversões por massa e por dúzia de ovos foram superiores às das PL. Resumo em inglês The objective of this work were to estimate the requirement of lysine from 0 to 6 weeks and to evaluate the posterior effect on the performance of two egg-type strains. Three hundred egg-white pullets from 0 to 6 week of age and three hundred egg-brown pullets from 0 to 6 week of age were allotted to a randomized block design with five treatments and four replicates. A basal diet with 18.50% of crude protein (CP) and 2900 kcal metabolizable energy (ME) was supplemented wi (mais) th L-lysine HCl to obtain 0.75, 0.80, 0.85, 0.90, and 0.95% of total lysine in the diet. During the laying period all hens received the same diet with 16.5 CP, 2822 kcal ME, 3.81% Ca+2 and 0.755% of lysine. The pullets requirement estimates of lysine based on feed: gain was 0.86% or a daily intake of 254 mg for white-egg and 0.87% or a daily intake of 238 mg for brown-egg. Egg production, feed intake and egg dozen and egg mass ratio were quadraticly affected. Egg mass and egg mass ratio of brown-egg, and egg mass ratio of white-egg were linearly affected. During the growing phase the white-egg pullets showed worse feed:gain ratio than brown-egg pullets. During the egg production phase the brown-egg pullets showed lighter eggs, but the egg mass and egg dozen ratio were higher than white-egg pullets.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Exigências de lisina digestível para aves de corte da linhagem ISA Label criadas em semiconfinamento/ Digestible lysine requirements for ISA Label broilers reared in free-range system

Nascimento, D.C. Nagib; Sakomura, N.K.; Siqueira, J.C.; Dourado, L.R.B.; Fernandes, J.B.K.; Malheiros, E.B.
2009-10-01

Resumo em português Foram realizados três experimentos para determinar as exigências de lisina digestível para aves da linhagem ISA Label, de ambos os sexos, criadas em semiconfinamento durante as fases: inicial (1 a 28 dias), de crescimento (28 a 56 dias) e final (56 a 84 dias). Em cada experimento, foram utilizadas 480 aves, alojadas em 24 piquetes, cada um contendo abrigo coberto de 3,13m² e área de pastejo de 72,87m². O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente ao acas (mais) o, em esquema fatorial 4x2 (níveis de lisina e sexo) com três repetições de 20 aves cada. Os níveis de lisina digestível avaliados foram: 0,850; 0,970; 1,090 e 1,210% na fase inicial; 0,750; 0,870; 0,990 e 1,110% na fase de crescimento e 0,640; 0,760; 0,880 e 1,000% na fase final. Foram mensuradas as variáveis de desempenho, característica de carcaça, deposição de proteína e gordura corporal, peso e teor de proteína das penas. Com base nos resultados de desempenho, recomendam-se 1, 041; 1,006 e 0,760% de lisina digestível em rações para aves ISA Label nas fases inicial, de crescimento e final, respectivamente. Resumo em inglês Three assays were carried out to determine digestible lysine requirement for ISA Label, both genders, in free-range system on starter (1 to 28 days), growing (28 to 56 days) e finishing phases (56 to 84 days). A total of 480 birds were distributed into 24 pens, each one composed by shelter (3.13m²) and pasture (72.87m²). The experimental design was a completely randomized in factorial arrangement (four levels of lysine and two genders) with three replicates of 20 birds. (mais) The digestible lysine levels were 0.85, 0.97, 1.09, and 1.21% for starter; 0.75, 0.87, 0.99, and 1.11% for growing; and 0.64, 0.76, 0.88, and 1.00% for finishing phases. The analyzed parameters were performance, carcass yield, protein and fat deposition, weight, and protein in the feathers. Based on bird performance the estimated digestible lysine level, was 1.041, 1.006, and 0.760% for the starter, growing and finishing phases, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Exigência de lisina para poedeiras semipesadas durante o pico de postura/ Lysine requeriment of semi-heavy laying hens during the peak of egg production

Filho, José Jordão; Silva, José Humberto Vilar da; Silva, Edson Lindolfo da; Ribeiro, Marcelo Luís Gomes; Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Rodrigues, Paulo Borges
2006-08-01

Resumo em português Objetivando determinar as exigências nutricionais de lisina para 252 poedeiras semipesadas, foi conduzido um experimento em delineamento inteiramente ao acaso, com sete tratamentos, constituídos de seis repetições de seis aves. As dietas, isoprotéicas (17,1% de PB) e isocalóricas (2.800 kcal/kg-EM), foram formuladas para atender às exigências das aves em todos os nutrientes, exceto lisina, que foi suplementada com L-lisina • HCl (78,4% de lisina), resultando nos (mais) seguintes níveis: 0,79; 0,83; 0,87; 0,91; 0,95; 0,99 e 1,03% de lisina total. As características de desempenho foram avaliadas no período de 30 a 46 semanas de idade, que corresponde ao pico de postura. Foi observado efeito quadrático dos níveis de lisina sobre a produção, o peso e a conversão alimentar por dúzia de ovos. As exigências de lisina total foram de 0,92; 0,91 e 0,90%, que correspondem, respectivamente, a 0,84; 0,83 e 0,82% de lisina digestível. Recomenda-se 0,92 ou 0,84%, ou 996 ou 910 mg, de lisina total e digestível/ave/dia para poedeiras semipesadas durante o pico de postura. Resumo em inglês An experiment was carried out as a completely randomized design, with seven treatments, and six replicates of six birds to determine the lysine nutritional requeriments for 252 semi-heavy laying hens. The diets were formulated to be isonitrogenous (17.1%CP) and isoenergy (2,800 kcal/kg-ME) and to meet all bird nutrient requeriments, with the exception of lysine, that was supplemented with L-lysine • HCl (78.4% of lysine) and resulted in the following levels: 0.79, 0.83, (mais) 0.87, 0.91, 0.95, 0.99, and 1.03% of total lysine. The performance variables were evaluated from 30 to 46 weeks of age, that correspond to the peak of egg production in commercial hens. Quadract effect of treatments on egg production, egg weight and egg dozen:feed ratio was observed. The total lysine requeriments were of 0.92, 0.91, and 0.90, that was correspondent to the estimate of 0.84, 0.83, and 0.82% of digestible lysine, respectively. It is recommended levels of 0.92 or 0.84% or intake of 996 or 910 mg of total and digestible lysine/bird/day, during the peak of egg production.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Exigência de lisina para codornas japonesas (Coturnix japonica) na fase de cria/ Lysine requirement for growing japanese quails (Coturnix japonica)

Moura, Adolpho Marlon Antoniol de; Soares, Rita da Trindade Ribeiro Nobre; Fonseca, José Brandão; Vieira, Ricardo Augusto Mendonça; Couto, Humberto Pena
2007-08-01

Resumo em português Foram utilizadas 400 codornas fêmeas com peso médio de 7,3g + 0,3g no período de um a 42 dias de idade. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e quatro repetições com 20 aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram em cinco níveis de lisina total na ração (0,90%; 1,05%; 1,20%; 1,35%; 1,50%). As características avaliadas foram: consumo de ração médio diário (g/ave/dia) e acumulado (g/ave/período); peso m (mais) édio das aves (g), ganho em massa corporal acumulado (g/ave/período), conversão alimentar (g de ração consumida/g de ganho de peso), mortalidade (%/período) e uniformidade (%/período). Também foi descrita a curva de crescimento das codornas para cada nível de lisina total utilizado. Não foi verificado efeito significativo para nenhuma das características avaliadas (P>0,05). O nível de 0,90% de lisina total em rações com 20,70% de proteína bruta atendeu às exigências de codornas japonesas durante o período de crescimento, correspondendo a um consumo diário, por ave, de 96,9 mg de lisina total. Resumo em inglês In a study to establish total lysine requirement for growing japanese quails, 400 female quails 7.3 g + 0.3 g mean body weight were used from one to 42 days of age. A completely randomized experimental design was adopted, with five treatments and four replicates, with 20 birds per experimental unit. The treatments were five total lysine levels in the diet (0.90 %; 1.05%; 1.20%; 1.35% and 1.50%). The evaluated data were: daily feed intake (g/ bird/ day); total feed intake (mais) (g/ bird/ period); body weight (g/ bird); total body weight gain (g/ bird/ period); feed conversion rate (g of feed intake / g of weight gain); mortality (% / period) and uniformity (% / period). The growing curve of the quails fed each total lysine level studied was also described. There was no statistical significant effect for all the evaluated data (P > 0.05). The level of 0.90% total lysine in 20.70% crude protein diet met the requirement of japanese quails during growing period, equivalent to a daily total lysine intake of 96.9 mg/ bird.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Exigências de lisina digestível e de energia metabolizável para codornas de corte em crescimento/ Digestible lysine and metabolizable energy requirements of growing meat quails

Ton, Ana Paula Silva; Furlan, Antonio Claudio; Martins, Elias Nunes; Toledo, Juliana Beatriz; Scherer, Carina; Conti, Ana Carolina Müller
2011-03-01

Resumo em português O objetivo neste trabalho foi estimar as exigências de lisina digestível e de energia metabolizável (EM) para codornas de corte (Coturnix coturnix sp) em crescimento. Foram utilizadas 1.680 codornas de 4 a 35 dias de idade, não-sexadas, em delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 × 4 (LD = 0,92; 1,12; 1,32 e 1,52% × EM = 2.800; 2.900; 3.000 e 3.100 kcal/kg de ração), totalizando 16 dietas, avaliadas com 3 repetições de 35 codornas (mais) por unidade experimental. O aumento dos níveis de lisina digestível na ração provocou aumento linear do peso corporal, do ganho de peso, do consumo de lisina e do rendimento de peito e redução do teor de água nos cortes. Quando houve aumento dos níveis de energia metabolizável na ração, observou-se redução linear no consumo de lisina e aumento do peso corporal e do rendimento de gordura abdominal. O aumento simultâneo dos níveis de lisina e energia metabolizável na ração, no entanto, provocou redução linear no consumo de ração e melhora linear da conversão alimentar no período de 4 a 35 dias, mas aumentou o teor de gordura nos cortes. A exigência nutricional de lisina digestível para máximo crescimento de codornas de corte é maior ou igual a 1,52%. O nível de 2.800 kcal/kg de EM na ração é suficiente para bom desempenho das aves, contudo, para melhor conversão alimentar, são necessário níveis mais elevados. Resumo em inglês The objective of this experiment was to estimate the digestible lysine and metabolizable energy (ME) requirements for growing meat quails (Coturnix coturnix sp). A total of 1,680 quails from 4 to 35 days of age of both sexes were used in a complete random experimental design in a 4 × 4 factorial scheme (DL = 0.92; 1.12; 1.32 and 1.52% × ME = 2,800; 2,900; 3,000 and 3,100 kcal/kg of the ration) totaling 16 diets evaluated with 3 replications of 35 quails per experimental (mais) diet. Increase of the levels of digestible lysine in the diet linearly increased body weight, weight gain, lysine intake and breast yield and reduced water content in the cuts. When levels of metabolizable energy were increased in the diet, it was observed a linear reduction on consumption of lysine and an increase of body weight and abdominal fat yield. However, The simultaneous increase of levels of lysine and metabolizable energy in the diet linearly reduced feed intake and linearly improved feed conversion in the 4-35 day period, but it increased fat content in the cuts. The nutritional requirement of digestible lysine for maximum growth of meat quails is greater than or equal to 1.52%. The level of 2,800 kcal/kg ME in ration is sufficient to allow a good performance of the birds, however, for a better feed conversion, greater levels are needed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Relação treonina: lisina para leitões de 6 a 11kg de peso vivo em rações formuladas com base no conceito de proteína ideal/ Threonine: lysine ratios for piglets from 6 to 11kg of live weight in diets based on the ideal protein concept

Bisinoto, Kátia Sardinha; Berto, Dirlei Antonio; Caldara, Fabiana Ribeiro; Trindade Neto, Messias Alves da; Wechsler, Francisco Stefano
2007-12-01

Resumo em português O experimento envolveu 72 leitões, visando a determinar a exigência de treonina e a relação treoninalisina da ração para animais dos 6,04±0,67 aos 11,60±1,22kg. Foi utilizado delineamento de blocos casualizados, com quatro tratamentos e seis repetições. Os tratamentos consistiram de dietas com diferentes níveis de treonina total (0,86; 1,02; 1,18 e 1,34%) e relação treonina total:lisina (54 , 64; 74 e 84%) e níveis constantes de lisina (1,60%), m (mais) etionina (0,44%) e triptofano (0,29%). Dos 11,60 aos 21,30kg, os leitões receberam a mesma ração. Não foram observadas diferenças para as variáveis de desempenho (consumo diário de ração, ganho diário de peso, ganho diário de peso ajustado para mesmo consumo de ração e conversão alimentar) e para o teor de nitrogênio da uréia plasmática dos leitões. Esses resultados indicam que leitões de 6,0 a 11,0kg não necessitam mais que 0,86% de treonina total na ração (0,72% de treonina digestível) e relação treonina total:lisina de 54:100 (relação treonina digestível:lisina de 49:100). Resumo em inglês The experiment was carried out with the objective to determine the threonine requirement and the ratio of total threonine to lysine in diets for piglets from 6.04±0.67 to 11.60±1.22kg. A randomized block design with four treatments and six replicates was used. The treatments consisted of diets with different contents of total threonine (0.86; 1.02; 1.18 and 1.34%), different ratios of total threonine to lysine (54, 64; 74 and 84%) and constant contents of ly (mais) sine (1.60%), methionine (0.44%) and tryptophan (0.29%). All animals received the same diet from 11.60 to 21.30kg. No differences were observed for any of the performance variables (daily feed intake, daily weight gain, daily weight gain adjusted for constant feed intake and feed:gain), nor for plasma urea nitrogen of piglets. These results indicate that piglets weighing from 6.0 to 11.0kg, do not need more than 0.86% of total threonine in the diet (0.72% of digestible threonine) and total threonine: lysine ratio of 54: 100 (digestible threonine:lysine ratio of 49:100).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Efeito dos níveis de lisina digestível e da ractopamina sobre o desempenho e as características de carcaça de suínos machos castrados em terminação/ Effect of digestible lysine levels and of ractopamine on the performance and carcass characteristics of finishing barrows

Marinho, Paula Cambraia; Fontes, Dalton de Oliveira; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Silva, Martinho de Almeida e; Pereira, Francisco Alves; Arouca, Cláudio Luiz Corrêa
2007-12-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes níveis de lisina digestível em rações suplementadas ou não com ractopamina (RAC) sobre o desempenho e as características de carcaça de suínos machos castrados em terminação. Quarenta suínos, híbridos comerciais, foram distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, em arranjo fatorial 2 x 2 - dois níveis de lisina digestível (0,67 e 0,87%), com ajuste para os demais (mais) aminoácidos para a relação de proteína ideal, e dois níveis de RAC (0 e 5,0 ppm) - em um período de 28 dias. A suplementação com RAC resultou em maiores ganho de peso diário e taxa de deposição de carne magra diária e melhor conversão alimentar. Os níveis de lisina não influíram no desempenho dos animais, porém reduziram a espessura de toucinho nos pontos P1 e P2 e aumentaram a taxa de deposição de carne magra diária na carcaça de suínos alimentados com dietas contendo 0,87% de lisina digestível quando avaliadas in vivo. Concluiu-se que as características de desempenho e de carcaça dos suínos alimentados com ração suplementada com RAC na fase de terminação melhoraram, porém, o efeito da RAC sobre a profundidade de lombo foi maior no nível de 0,87% de lisina digestível. Resumo em inglês An experiment was carried out with the objective of evaluating the effect of different lysine levels in diets supplemented or not with ractopamine (RAC) on the performance and carcass characteristics of finishing barrows. Forty commercial hybrid swines were distributed to a randomized experimental block design, in a 2 x 2 factorial arrangement, with two digestible lysine levels (0.67 and 0.87%), with adjustment for the others amino acids to achieve an ideal protein relati (mais) onship, and two levels of RAC (0 and 5.0 ppm) in a period of 28 days. Supplementation with RAC resulted in a higher daily weight gain and of daily lean meat deposition rate, and better feed conversion. The lysine levels did not affect the performance of the animals, however there was a reduction of backfat thickness on P1 and P2 points and increased the daily lean meat deposition rate on the carcass of swine fed with diets containing 0.87% of digestible lysine when in vivo evaluated. In conclusion, performance and carcass characteristics of swine fed with diets supplemented with RAC in the finishing phase improved; however the effect of RAC on the loin depth was higher for the higher level of 0.87% of digestible lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Exigências de lisina digestível para codornas japonesas na fase de postura/ Digestible lysine requirements for laying Japanese quails

Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Rodrigues, Valéria Pereira; Goulart, Cláudia de Castro; Lima Neto, Raul da Cunha; Souza, Janete Gouveia de; Silva, José Humberto Vilar da
2008-12-01

Resumo em português Objetivou-se estimar as exigências nutricionais de lisina digestível para codornas japonesas em postura. Foram utilizadas 240 codornas distribuídas em delineamento de blocos casualizados, com cinco tratamentos, cada um com seis repetições de oito aves. Os tratamentos consistiram de uma ração basal deficiente em lisina e suplementada com L-lisina.HCL, de modo a apresentar 0,88; 0,96; 1,04; 1,12 ou 1,20% de lisina digestível. Avaliaram-se o consumo de ração (CR), (mais) a produção de ovos (PR), o peso (PO) e a massa (MO) do ovo, a conversão alimentar por massa (CMO) e por dúzia (CDZ) de ovos, os pesos de albúmen (PA), gema (PG) e casca (PC), as porcentagens de albúmen (%A), gema (%G) e casca (%C) e a gravidade específica (GE) dos ovos. O nível de lisina digestível da ração influenciou o consumo de ração, enquanto a produção de ovos respondeu de forma quadrática aos níveis de lisina. As demais variáveis analisadas não foram influenciadas pelo nível de lisina digestível da ração. A exigência de lisina digestível para codornas japonesas em postura foi estimada em 1,03% da ração, que corresponde a um consumo diário de 292 mg de lisina digestível. Resumo em inglês The objective was to estimate the nutritional requirements of digestible lysine for Japanese laying quails. Two hundred and forty Japanese quails were allotted to a completely randomized block designs, with five diets, with six replications of eight birds each. Diets consisted of a basal ration deficient in lysine and supplemented with five levels 0.88, 0.96, 1.04, 1.12 or 1.20%) of digestible lysine. Feed consumption, egg production, egg weight and egg mass, feed convers (mais) ion by egg mass (FCEM) and by dozen egg were evaluated. It was also evaluated, albumen weight, yolk weight and shell weight, percentages of albumen, yolk and shell and egg specific gravity. Dietary digestible lysine level linearly influenced feed intake, while egg production was affected in a quadratic faction by digestible lysine levels. The other characteristics were not affected by dietary digestible lysine levels. Dietary digestible lysine requirement for Japanese laying quails was estimated in 1.03%, which correspond to a daily intake of 292 mg of digestible lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Níveis dietéticos de lisina digestível para frangos de corte machos no período de 1 a 11 dias de idade: desempenho e composição corporal/ Digestible lysine levels in male broiler chicken diets from 1 to 11 days of age: performance and body composition

Toledo, Ana Louise de; Takeara, Paula; Bittencourt, Letícia Cardoso; Kobashigawa, Estela; Albuquerque, Ricardo de; Trindade Neto, Messias Alves da
2007-08-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar a exigência de lisina digestível para frangos de corte machos da linhagem Ross no período de 1 a 11 dias de idade. Utilizaram-se 1.050 pintos de 1 dia alimentados com cinco dietas, isoenergéticas (2.950 kcal EM/kg) e isoprotéicas (23% PB), com 1,12; 1,17; 1,22; 1,27 e 1,35% de lisina digestível, distribuídos em um delineamento em blocos ao acaso com sete repetições e 30 aves por unidade experimental. Realizou (mais) -se abate comparativo para determinar a deposição de nutrientes corporais. Observaram-se reduções lineares no peso final, no ganho de peso, no ganho de peso relativo e no consumo de alimento, o que indica provável excesso de aminoácidos na dieta. A composição química corporal não diferiu entre as aves, exceto o conteúdo de cinzas no sangue e nas vísceras, que apresentou resposta quadrática aos níveis de lisina digestível da dieta. Nas taxas de deposição de nutrientes, observou-se redução linear na deposição de água na carcaça. O nível ótimo de lisina digestível para frangos de corte machos de 1 a 11 dias de idade deve ser igual ou inferior a 1,12%, entretanto, novos estudos devem ser realizados com níveis menores. Resumo em inglês An experiment was carried out to evaluate digestible lysine requirement for male broilers chicks of Ross line from 1 to 11 days old. A total of 1050 one day old male chicks were fed with five isoenergetic (2,950 kcal ME/kg) and isoproteic (23% CP) diets, with digestible lysine levels of 1.12, 1.17, 1.22, 1.27 and 1.35%. A completely randomized bloc design was used with seven replications of 30 birds per experimental unit. A comparative slaughter technique was conducted to (mais) determine body nutrients depositions. A decreasing linear effects in final weight, weight gain, relative weight gain and feed intake were observed suggesting a probable amino acid excess in diet. The body chemical composition did not differ among birds, except for blood and offal ashes content, whish shown a quadratic response to digestible lysine levels in the diets. A decreasing linear response was observed for carcass water deposition. The best digestible lysine level for broilers from 1 to 11 days old must be equal to or lower than 1.12%, however further researches must be conducted with lower levels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Exigências de lisina digestível para juvenis de tilápia-do-nilo/ Digestible lysine requirements of Nile tilapia juveniles

Furuya, Wilson Massamitu; Santos, Vivian Gomes dos; Silva, Lilian Carolina Rosa; Furuya, Valéria Rossetto Barriviera; Sakaguti, Eduardo Shiguero
2006-06-01

Resumo em português Este estudo foi realizado com o objetivo de determinar a exigência de lisina digestível para juvenis de tilápia-do-nilo. Noventa e seis peixes revertidos sexualmente e com peso vivo inicial de 5,72 ± 0,10 g foram alimentados por 42 dias com quatro rações (29.51% de PB e 3.235 kcal de energia digestível/kg) contendo diferentes níveis de L-lisina HCl (0,1; 0,3; 0,5 e 0,7%, correspondendo a rações com 1,04; 1,27; 1,51 e 1,741% de lisina digestível, respectiv (mais) amente). Os peixes foram distribuídos em 16 tanques com capacidade de 1.000 L cada um, em um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos, três repetições e seis peixes por unidade experimental. Não foi observado efeito dos níveis de lisina sobre o índice hepato-somático, a gordura visceral, a sobrevivência e os teores de água e extrato etéreo na carcaça. A análise de Linear Response Plateau do ganho de peso e da conversão alimentar versus níveis de lisina digestível demonstrou estimativa de exigência de 1,56 e 1,44% de lisina digestível, respectivamente. Foi observado efeito quadrático sobre o rendimento de carcaça, que aumentou até o nível de 1,61% de lisina digestível. Considerando o desempenho, recomenda-se que dietas para juvenis de tilápia-do-nilo devem conter 1,44% de lisina digestível (5,23% da proteína da dieta). Resumo em inglês This trial was carried out to determine the digestible lysine requirements of Nile tilapia juveniles. Ninety- six reverted fishes averaging initial weight of 5.72 ± 0.10 g were fed four diets (29.51% of crude protein and 3,235 kcal/kg of digestible energy) containing increasing levels of L-lysine HCl (0.1, 0.3, 0.5, and 0.7%), during 42 days. The following treatments were evaluated: dietary lysine levels of 1.04; 1.27; 1.51 and 1.741%. Fishes were allotted to 1000- (mais) L 16 tanks, as a completely randomized design with four treatments, three replicates and eight fishes per experimental unit. No treatment effects on hepatosomatic index, visceral fat, survival rate and water ether extract in the carcass were observed. The Linear Response Plateau analysis of weight gain and feed:gain ratio versus digestible lysine level yielded an estimated digestible lysine requirement of 1.56 and 1.44% for Nile tilapia juveniles, respectively. Quadratic effect of treatments on carcass yield that increased up to 1.61% of digestible lysine was observed. Considering the performance, it is recommended diets containing up to 1.44% of digestible lysine (5.23% of protein) for Nile tilapia juveniles.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Relações treonina:lisina digestíveis e níveis de energia líquida para suínos em crescimento e terminação/ Digestible threonine:lysine ratios and net energy levels in growing/finishing pigs

Paiano, Diovani; Moreira, Ivan; Furlan, Antonio Claudio; Carvalho, Paulo Levi de Oliveira; Kuroda Junior, Ilton Shiguemi; Martins, Elias Nunes
2008-12-01

Resumo em português Dois experimentos foram conduzidos para estudar o efeito de cinco relações treonina:lisina digestíveis (TL) sobre o balanço de nitrogênio em suínos em crescimento e de cinco níveis de energia líquida (EL) sobre o desempenho de suínos em crescimento-terminação. No primeiro experimento, foram utilizados 15 suínos machos castrados com peso inicial de 37,0 ± 2,6 kg, híbridos comerciais de média a alta deposição de tecido magro, distribuídos em delineamento i (mais) nteiramente casualizado, com cinco tratamentos (relações treonina:lisina digestíveis de 0,574; 0,624; 0,673; 0,722 e 0,772 em rações formuladas com baixo nível de proteína, 14,7%) e três repetições. A TL influenciou de forma quadrática a proteína bruta absorvida (PBA) e o nitrogênio da uréia plasmática (NUP), os quais apresentaram melhores resultados com a TL de 0,658 (média do PBA e NUP). No segundo experimento, foram estudados cinco níveis de EL em rações com a relação TL de 0,658. Utilizaram-se 40 suínos (20 machos castrados e 20 fêmeas) com 30,2 ± 1,3 kg, de características semelhantes às dos utilizados no experimento para balanço de nitrogênio, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 × 2, composto de cinco níveis de energia líquida (2.410; 2.450; 2.490; 2.530 ou 2.570 kcal/kg) e dois sexos, com um animal por baia. Na fase de terminação e no período total, o aumento nos níveis de EL ocasionou redução do consumo diário de ração (CDR), melhora da conversão alimentar (CA) e acréscimo na deposição de gordura. A relação TL de 0,658 melhora a retenção de nitrogênio e níveis crescentes de energia líquida diminuem o CDR e melhoram a CA, mas podem aumentar a deposição de gordura em suínos. Resumo em inglês Two experiments were carried out to evaluate the effect of five digestible threonine:lysine ratios (TL) on the nitrogen balance of growing pigs and five levels of net energy (NE) on growing-finishing pigs performance. In the first experiment, 15 high-lean commercial crossbred barrows, with initial weight of 37.0 ± 2.6 kg, were allotted to a completely randomized design, with five diets (digestible threonine:lysine ratio of 0.574, 0.624, 0.673, 0.722, and 0.772, in low pr (mais) otein diets, 14.7%) and three replications. Absorbed crude protein (ACP) and plasma urea nitrogen (PUN) showed a quadratic effect and the best threonine:digestible lysine ratio was 0.658 (mean of ACP and PUN). In the second experiment, five EL dietary levels were evaluated with digestible threonine:lysine ratio of 0.658. Forty pigs (20 barrows and 20 gilts) with 30.2 ± 1.3 kg were allotted to a completely randomized design, as a 5 × 2 factorial arrangement, composed of five levels of NE (2.410, 2.450, 2.490, 2.530, or 2.570 Mcal/kg) and two sexes, with one animal per cage. In the finishing phase and total period, increasing NE levels reduced feed intake (FI), improved feed:gain ratio (FGR) and increased fat deposition. Digestible threonine:lysine ratio of 0.658 improves nitrogen retention and the increasing net energy levels decrease FI and improve FGR, but may increase fat deposition in pigs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Exigência de lisina para codornas japonesas em postura/ Lysine requirement for laying Japanese quails

Pinto, Rogério; Ferreira, Aloízio Soares; Donzele, Juarez Lopes; Silva, Martinho de Almeida e; Soares, Rita da Trindade Ribeiro Nobre; Custódio, Gislene Santos; Pena, Karine da Silva
2003-10-01

Resumo em português Foram utilizadas 300 codornas fêmeas, com idade de 49 dias e peso médio de 138,0 g, durante quatro períodos experimentais de 28 dias. O delineamento experimental foi o em blocos ao acaso, contendo seis níveis de lisina digestível (0,80, 0,90, 1,00, 1,10, 1,20 e 1,30%) e cinco repetições, com 10 animais cada. As variáveis estudadas foram: postura (%), peso do ovo (g), massa de ovo (g de ovos/codorna/dia), consumo alimentar (g), conversão alimentar (g de ração/g (mais) de ovos), peso final (g) e porcentagem da casca do ovo (%).Verificou-se efeito quadrático sobre a taxa de postura, massa de ovos e conversão alimentar, e efeito linear sobre o peso dos ovos e consumo alimentar, não tendo sido verificado efeito significativo sobre o peso final das codornas. A exigência em lisina digestível, para codornas japonesas em postura, foi estimada em 1,117% da ração, correspondendo ao consumo diário de 254 mg de lisina. Resumo em inglês Three hundred 49-days old Japanese female quails, averaging 138.0g, were used to estimate the requirement of digestible lysine level for Japanese quail in completely randomized block design with five replicates of ten females per experimental unit. The treatment consisted six levels of digestible lysine (0.80, 0.90, 1.00, 1.10, 1.20 and 1.30%) and the analyzed traits were rate of egg production (%), egg weight (g), egg mass (g of eggs/quail/day), feed intake (g), feed con (mais) sumption: weight gain ratio (g of diet/g of eggs), final body weight (g) and shell percentage (%). No signicant effect of treatments on final body weight (g) was observed, but there was quadratic effect for egg production (%), egg mass (g of eggs/quail/day) and feed consumption: gain diet (g of diet/g of eggs) and linear effect on shell egg (%) and feed intake (g). The estimated requirements of digestible lysine for laying Japanese quail was 1.117% of the diet, corresponding to a daily intake of 254 mg of digestible lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Energia metabolizável e lisina digestível para suínos na fase de crescimento, criados em condições de segregação sanitária/ Metabolizable energy and digestible lysine for pigs in the growing fhase on sanitary segregation conditions

Trindade Neto, Messias Alves da; Moreira, José Aparecido; Berto, Dirlei Antônio; Albuquerque, Ricardo; Schammass, Eliana Aparecida
2005-12-01

Resumo em português Em dois ensaios simultâneos avaliou-se níveis de energia metabolizável (EM) e de lisina digestível (LIS) para suínos de linhagem específica, na fase de crescimento, criados em condições de isolamento sanitário. Foram utilizados 72 machos castrados com 23,34 ± 1,62 kg e 72 marrãs com 21,56 ± 2,86 kg. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 3, com seis repetições e dois animais por unidade experimental. Os tr (mais) atamentos decorreram da combinação dos fatores EM (3.270 e 3.500 kcal/kg de ração) e LIS (0,83; 1,03 e 1,23%). Não houve interação dos fatores, mas foram constatados efeitos principais de EM e LIS sobre as variáveis de desempenho. Os machos castrados apresentaram respostas diferenciadas aos níveis crescentes de lisina dietética, com aumento linear no ganho em peso, enquanto no consumo de ração e na conversão alimentar ocorreu respostas quadráticas. As marrãs apresentaram redução linear na conversão alimentar em resposta à elevação da concentração de lisina na dieta. Criados com separação de sexo e em condições desejáveis de saúde, na fase de crescimento, suínos machos castrados e marrãs da linhagem genética estudada, responderam eficientemente ao acréscimo de lisina digestível nas dietas. Os benefícios dietéticos da lisina no desempenho dos machos castrados não dependeram dos níveis estudados de energia. Nas marrãs, a melhor conversão alimentar foi obtida com dietas de 3.500 kcal EM, caracterizando a maior eficiência na utilização dos nutrientes para as necessidades de desempenho, em comparação aos machos castrados. Resumo em inglês Two assays run simultaneously to evaluate the levels of metabolizable energy (ME) and digestible lysine (LYS) for growing pigs from specific strain on sanitary isolation conditions. Seventy-two castrated males averaging 23.34 ± 1.62 kg and 72 gilts averaging 21.56 ± 2.86 kg were assigned to a randomized blocks design with a 2 x 3 factorial arrangement and six replications of two animals per experimental unit. The treatments consisted of the combination of en (mais) ergy (3,270 and 3,500 kcal of ME/kg) and lysine levels (0.83, 1.03, and 1.23% digestible). No interaction of energy x protein levels was observed, although effects of the main factors on performance variables were detected. Castrated males showed linear increase of weight gain and quadractic of feed intake and feed:gain ratio, as the dietary lysine levels increased. Linear decrease on feed: gain ratio in response to the dietary lysine concentration was noticed for gilts. Castrated males and gilts in the growing phase on sanitary isolation conditions and healthy conditions showed positive response to the dietary digestible lysine increase. Effects of dietary lysine levels on performance of castrated males did not depend on the energy levels. Gilts fed diets with 3,500 kcal of ME/kg showed the best feed:gain ratio, that confirmed the greatest results of nutrient efficiency utilization in relation to the castrated males.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Exigência nutricional de lisina para poedeiras leves e semipesadas nos períodos de 1 a 3 e de 4 a 6 semanas de idade/ Nutritional requirement of lysine for white-egg and brown-egg laying hens from 1 to 3 and 4 to 6 weeks of age

Rodrigueiro, Ramalho José Barbosa; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Gomes, Paulo Cezar; Nunes, Ricardo Vianna; Neme, Rafael
2007-10-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a exigência nutricional de lisina para poedeiras leves e semipesadas em crescimento nos períodos de 1 a 3 e de 4 a 6 semanas de idade, foram utilizadas 480 aves no período de 1 a 3 semanas de idade e 432 aves no período de 4 a 6 semanas de idade. Em ambos os períodos, foram utilizadas aves Hy Line, 50% Hy-line W 36 (leves) e 50% Hy-line Brown (semipesadas), em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 6 × 2, compost (mais) o de seis níveis de lisina (0,00; 0,06; 0,12; 0,18; 0,24 e 0,30%) e duas linhagens de aves de postura. Considerando os resultados obtidos para as variáveis analisadas, a exigência de lisina total para o período de 1 a 3 semanas de idade foi 1,052% para aves leves e de 0,981% para aves semipesadas ou 207,38 mg de lisina total/dia para aves leves e 198,63 mg de lisina total/dia para aves semipesadas. Para o período de 4 a 6 semanas, a exigência de lisina foi de 0,939% de lisina para aves leves e de 0,889% de lisina para aves semipesadas ou 323,30 mg de lisina total/dia para aves leves e 300,29 mg de lisina total/dia para aves semipesadas. Resumo em inglês With the objective of determine the nutritional requirement of lysine for growing white-egg and brown-egg laying hens in the period from 1 to 3 and 4 to 6 weeks of age, 480 birds were used in the period from 1 to 3 weeks of age and 432 birds in the period from 4 to 6 weeks of age. In both periods, Hy-line birds were used; 50% Hy-line W 36 (White) and 50% Hy-line Brown in completely randomized design in a 6 × 2 factorial arrangement (level of lysine [0.00, 0.06, 0.12 (mais) , 0.18, 0.24, and 0.30%] and strains of laying hens). Based on the obtained results for the analyzed variable, the total lysine requirement for the period from 1 to 3 weeks of age was 1.052% for white birds and 0.981% brown birds or 207.38 mg of total lysine/day for white birds and 198.63 mg of total lysine/day for brown birds. For the period from 4 to 6 weeks of age the lysine requirement was 0.939% for white birds and 0.889% for brown birds or 323.30 mg of total lysine/day for white birds and 300.29 mg of total lysine/day for brown birds.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Relação entre os níveis de lisina da dieta e as características de desempenho de codornas de corte EV2, durante o período de crescimento/ Relationship between lysine level in the diets and performance of EV2 meat-type quails during the growing period

Corrêa, G.S.S.; Silva, M.A.; Corrêa, A.B.; Fontes, D.O.; Dionello, N.J.L.; Santos, G.G.; Wenceslau, R.R.; Felipe, V.P.S.; Freitas, L.S.
2010-08-01

Resumo em português Estudou-se a exigência de lisina total para a linha EV2 de codornas de corte na fase de crescimento. Foram utilizadas 312 codornas de corte EV2, de ambos os sexos, em delineamento experimental inteiramente ao acaso, cujos tratamentos consistiram de dietas com seis níveis lisina total - 1,4; 1,5; 1,6; 1,7; 1,8 e 1,9% - e quatro repetições de 13 codornas por unidade experimental. Para avaliação do desempenho, estudaram-se peso corporal ao final de cada período (g), g (mais) anho de peso (g), consumo alimentar (g) e conversão alimentar (g de alimento/g de peso) durante os períodos experimentais inicial (nascimento ao 21º) e total (nascimento ao 42º dia de idade). No período inicial, houve efeito significativo dos níveis de lisina total da dieta sobre o peso corporal, ganho de peso, consumo e conversão alimentar, com máximo desempenho das codornas nos níveis de 1,66; 1,66; 1,40 e 1,59% de lisina total, respectivamente. Para o período total de criação, houve também efeito quadrático dos níveis de lisina da dieta sobre o peso corporal ao 42º dia, ganho de peso, consumo e conversão alimentar, com os pontos de máximo desempenho estimados em 1,62; 1,62; 1,60 e 1,61%, respectivamente. A exigência de lisina total para o máximo ganho de peso de machos e fêmeas de codornas de corte do nascimento ao 21º dia é estimada em 1,66% e do nascimento ao 42º dia de idade, em 1,62% da dieta. Resumo em inglês The total lysine requirements for EV2 meat-type quails during the growing phase were evaluated in a completely randomized experimental design, using 312 quails of both genders, with six levels of total lysine (1.4; 1.5; 1.6; 1.7; 1.8; and 1.9%), four replicates of thirteen quails per experimental unit. Body weight (g), weight gain (g), feed intake (g), and feed:weight gain ratio were recorded for all the experiment and growing period (initial - from birth to 21 days and t (mais) otal - from birth to 42 days of age). Significant effects of total lysine level on body weight, weight gain, feed intake, and feed:weight gain ratio were observed from birth to 21 days of age, with maximum performance for quails fed 1.66; 1.66; 1.40; and 1.59% of total lysine in the diets, respectively. Quadratic effects of total lysine level on body weight at 42 days of age and weight gain, feed intake, and feed:weight gain ratio, were observed with estimated maximum performance for quails fed 1,62; 1.62; 1.60; and 1.61% of total lysine in the diets, respectively. The total lysine requirement for maximum weight gains for males and females from birth to 21 days of age was estimated in 1.66% and from birth to 42 days of age in 1.62% of the diet.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Níveis dietéticos de lisina para frangos de corte de 1 a 21 e 22 a 40 dias de idade/ Dietary lysine levels for broilers chickens from 1 to 21 and 22 to 40 days of age

Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Gomes, Paulo Cezar; Toledo, Rodrigo Santana
2001-10-01

Resumo em português Foram realizados dois experimentos para determinar a exigência nutricional de lisina total para frangos de corte Ross de ambos os sexos, nos períodos de 1 a 21 e 22 a 40 dias de idade, respectivamente. Foram avaliados o ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar e avaliação de carcaça. Para cada experimento, o delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2x6, constituídos de dois sexos e seis níveis dietéticos de lisina, (mais) com seis repetições e um total de 1440 aves. As dietas basais com 1,03% de lisina total, 22,00% PB e 3000 kcal EM/kg, no primeiro experimento, e 0,92% de lisina total, 20,00% PB e 3150 kcal EM/kg no segundo experimento, foram suplementadas com seis níveis de lisina pura (0; 0,06; 0,12; 0,18; 0,24 e 0,30%). Considerando-se os dados de ganho de peso e conversão alimentar, as exigências nutricionais estimadas para o experimento de 1 a 21 dias foram 1,303 e 1,249% de lisina total e 1,183 e 1,129% de lisina digestível, para os machos e fêmeas, respectivamente. Para o experimento de 22 a 40 dias, levando em consideração os parâmetros analisados de desempenho e avaliação de carcaça, pode-se estimar uma exigência de 1,164 e 1,143% de lisina total e 1,044 e 1,023% de lisina digestível para machos e fêmeas Ross, respectivamente. Resumo em inglês Two experiments were carried out to determine the nutritional requirement of total lysine for Ross broiler chickens from one to 21 and 22 to 40 days of age, of both sexes. The parameters evaluated were weight gain, feed intake, feed conversion and carcass evaluation. In each experiment, a completely randomized experimental design, in a 2 x 6 (two sexes and six dietary lysine levels) factorial arrangement with six replicates, using a total of 1440 birds, was used. The basa (mais) l diets with 1.03% total lysine, 22.0% CP and 3000 kcal ME/kg in the first experiment and 0.92% total lysine, 20.0% CP and 3150 kcal ME/kg in the second experiment, suplemented with six levels pure lysine (0.0; 0.06; 0.12; 0.18; 0.24 and 0.30%), were used. Considering weigth gain and feed conversion, the dietary requirement estimates for the experiment from 1 to 21 days were 1.303 and 1.249% total lysine and 1.183 and 1.129% digestible lysine for males and females, respectively. For the experiment from 22 to 40 days, the performance and evaluation carcass values were 1.164 and 1.143% total lysine and 1.044 and 1.023% digestible lysine for males and females, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Suplementação de metionina e/ou lisina em rações para juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum Cuvier, 1818)/ Reduction of protein levels and methionine and/or lysine supplementation in diets and their effects in total ammonia nitrogen excretion of tambaqui juveniles (Colossoma macropomum Cuvier, 1818)

Brandão, Lian V.; Pereira-Filho, Manoel; Guimarães, Sérgio Fonseca; Fonseca, Flávio A. L. da
2009-09-01

Resumo em português Foi avaliado o efeito da redução dos níveis de proteína e a suplementação de metionina e/ou lisina em rações sobre a excreção de amônia em juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum). O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado com esquema fatorial de duas entradas: 2 níveis protéicos (25 e 20%) e 4 níveis de inclusão de aminoácidos: a) 0% de suplementação, b) DL-Metionina (3% da PB), c) L-lisina (5% da PB) e d) Dl-Metionina (3% d (mais) a PB) + L-lisina (5% da PB), com duração de 55 dias. A coleta de água das unidades experimentais ocorreu em três momentos (1º dia, 27º dia e 55º dia) durante o período experimental. Nestes dias, foram realizadas 3 coletas de amostras de água para análise de amônia de cada unidade experimental (08:00 , 14:00 e 20:00 horas). Os dados de excreção de amônia foram analisados por ANOVA com medidas repetidas no tempo a 5% do nível de significância. A redução em 5% do nível de proteína na dieta gerou uma diminuição de 28,4% na excreção de amônia. Contudo, a suplementação de lisina e metionina não influenciaram esta diminuição. Resumo em inglês It was evaluated the effect of the reduction of crude protein level (CP) and the lysine and/or methionine supplementation in total ammonia nitrogen excretion on tambaqui (Colossoma macropomum) juveniles. The experiment developed in a factorial and randomized design with two levels of protein contents (20% and 25% CP) and four levels of amino acid supplementation: a) Dl-methionine (0% of CP) and L-lysine (0% of CP), b) Dl-methionine (3% of CP), c) L-lysine (5% of CP), d) D (mais) l-methionine (3% of CP) + L-lysine (5% of CP), during 55 days. The water sampling from experimental units was done at 3 moments (1(0) day, 27(0) day e 55(0) day). In these days, 3 samples of each experimental unit were collected in elapsing of the time (08:00 a.m., 02:00 p.m. and 08:00 p.m.). The ammonia excretion data were analysed by repeated-measures ANOVA (p>0,05) with time as within effect. The reduction of 5% in diet protein, decreased in 28,4% total ammonia excretion decreased, however, the lysine and methionine supplementation did not influenced this factor.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Digestibilidade verdadeira da lisina HCl e da lisina Sulfato determinada com galos cecectomizados/ True digestibility of lysine HCl and lysine Sulfate determinated with cecectomized adult roosters

Neme, Rafael; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Rodrigueiro, Ramalho José Barbosa; Nunes, Ricardo Vianna
2001-10-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi determinar a digestibilidade verdadeira da lisina HCl e da lisina Sulfato, com galos adultos cecectomizados. Foram utilizados 18 galos Leghorn, cecectomizados, com peso médio de 2,854 kg, e alojados individualmente em gaiolas metálicas durante dez dias. Após os dois primeiros dias de adaptação às baterias, estes animais passaram por um período de cinco dias recebendo ração em dois períodos diários de uma hora cada (manhã, 8 h e ta (mais) rde, 16 h), com o objetivo de dilatação do papo para evitar regurgitação da ração a ser introduzida. Foi utilizado o método de alimentação forçada, com 12 galos alojados individualmente em gaiolas metálicas com bandejas coletoras de excretas. O delineamento experimental foi inteiramente casualisado com dois tratamentos (duas fontes de lisina), com seis repetições cada. Um ensaio paralelo com 6 aves em jejum foi conduzido para determinação das perdas endógenas/metabólicas das aves. Os teores de aminoácidos das dietas e das excretas foram analisados para a determinação dos coeficientes de digestibilidade verdadeira das lisinas. Os coeficientes de digestibilidade verdadeira, expressos em porcentagem, foram de 97,59% para a lisina HCl e de 98,34% para a lisina sulfato, não diferindo estatisticamente. Resumo em inglês The objective of this experiment was to determine the true digestibility of lysine HCl and lysine sulfate, with cecectomized adult roosters. Eighteen roosters, 2.854 kg live weight, were cecectomized and kept in cages for a period of 10 days. After two days of adaptation to the cages the animals were fed twice a day during one hour (8:00 a.m. to 9:00 am and 4:00 p.m. to 5:00 pm), for crop dilation to avoid regurgitation of the feed. The forced fed method was utilized, wit (mais) h 12 roosters placed in individual cages equipped with excreta collection pans. The experiment design was complete randomized, with two treatments (two lysine sources) each one with six replicates. Also six birds were fasted to determine the endogenous/metabolic loses. Diets and excreta were analyzed to determine amino acid contents and the true lysine digestibility coefficients calculatted. The true digestibility coefficients, in percentage, were 97.59% for lysine HCl and 98.34% for lysine sulfate, they were not statistically different.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Efeito de Dois Níveis de Lisina e do Sexo sobre o Rendimento e Qualidade da Carne de Peito de Frangos de Corte/ Effect of Two Lysine Levels and Sex on Carcass Yield and Breast Meat Quality of Broiler Chickens

Almeida, Ibiara Correia de Lima; Mendes, Ariel Antonio; Oliveira, Edson Gonçalves de; Garcia, Rodrigo Garófallo; Garcia, Edivaldo Antonio
2002-07-01

Resumo em português Um experimento foi realizado para avaliar o efeito de dois níveis de lisina na dieta sobre o rendimento e qualidade da carne de peito de frangos de corte. Dois mil pintos de um dia da linhagem Ross foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 2 (dois sexos e dois níveis de lisina). As aves foram alimentadas com dietas iniciais (1 a 21 dias), crescimento (22 a 42 dias) e acabamento (43 a 49 dias), contendo 100% dos níveis de l (mais) isina recomendados pelo NRC (1994), ou 110% nas rações iniciais e de crescimento e 120% na ração de acabamento. Dessa maneira, os níveis de lisina recomendados foram de 1,10, 1,00 e 0,85% ,respectivamente, enquanto os níveis considerados altos foram de 1,21, 1,10 e 1,02%, respectivamente, nas rações iniciais, de crescimento e de acabamento. As aves foram abatidas aos 28, 35, 42 e 49 dias de idade para avaliar o rendimento e a qualidade da carne do peito. Os níveis de lisina não afetaram os valores de pH, a composição química da carne de peito e a perda de peso por cozimento. A altura, largura e o comprimento do peito apresentaram menores valores, em todas as idades, nas aves alimentadas com níveis altos de lisina. Com base nos resultados obtidos neste trabalho, conclui-se que os níveis de lisina recomendados pelo NRC (1994) são adequados para maximizar o rendimento e a qualidade do peito de frangos de corte. Resumo em inglês An experiment was conducted to evaluate the effect of dietary lysine levels and sex on breast yield and breast meat quality. Two thousand Ross day-old chicks were reared in a 2x2 randomized factorial design (two sex and two dietary lysine levels). Birds fed starter diets (1 - 21 days), growing (22 - 42 days) and finishing (42 - 49 days) with 100% of NRC (1994) lysine requirement, or 110% in the starter and growing and 120% in the finishing diets. Recommended lysine levels (mais) were 1.10, 1.00 and .85%, while high lysine levels were 1.21, 1.10 and 1.02%, respectively, for starter, growing and finishing diets. Broilers were slaughtered at 28, 35, 42 and 49 days of age for breast meat evaluation. Dietary lysine level did not affect breast meat pH, chemical composition, cooking loss and tenderness. Breast height, width and length were lower, at all ages, when broilers fed diets with high lysine levels. It was concluded that recommended NRC (1994) lysine levels are adequate to maximize breast meat yield and quality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Níveis de arginina e lisina digestíveis na dieta de frangos de corte na fase pré-inicial/ Digestible arginine and lysine levels in pre-starter broiler diet

Stringhini, José Henrique; Cruz, Cícero Peres da; Thon, Mônica Schaitl; Andrade, Maria Auxiliadora; Leandro, Nadja Susana Mogyca; Café, Marcos Barcellos
2007-08-01

Resumo em português Avaliaram-se o desempenho, a digestibilidade e retenção de nutrientes e o desenvolvimento de órgãos de frangos de corte na fase pré-inicial (1 a 7 dias de idade) alimentados com dietas contendo diferentes níveis de lisina e arginina digestíveis. Um total de 352 pintos AgRoss machos foram distribuídos em um arranjo fatorial 2 ´ 3 composto de dois níveis de lisina digestível (1,056 e 1,305%) e três níveis de arginina digestível (1 (mais) ,305; 1,459 e 1,613%), com quatro repetições de 11 aves. O ganho de peso diário não foi afetado pelas dietas, porém, houve efeito quadrático dos níveis de arginina sobre a conversão alimentar de 1 a 7 dias e de 1 a 21 dias de idade e efeito linear sobre o consumo de alimento no período de 1 a 21 dias de idade. O peso relativo do proventrículo + moela reduziu à medida que o nível de arginina digestível aumentou para o nível de 1,305% de lisina digestível aos 14 dias de idade. Os valores do coeficiente de digestibilidade dos nutrientes e retenção de MS e N foram melhores nos menores níveis de lisina digestível. Os níveis de 1,40 a 1,46% de arginina digestível podem ser utilizados em dietas para frangos de corte na fase pré-inicial, mas, à medida que aumenta o conteúdo de lisina da dieta, deve-se manter a relação desse aminoácido com arginina. Resumo em inglês The performance, digestibility and retention of nutrients and the development of digestive organs of broiler chicks in pre-starter diet (1 to 7 days old) fed diets with different levels of digestible lysine and arginine. A total of 352 day old AgRoss male chicks was allotted to 2 x 3 factorial arrangement (level of digestible lysine [1.056 and 1.305%] and levels of digestible arginine [1.305, 1.459 and 1.613%] and four replicates of 11 chicks. Daily weight gain was not af (mais) fected by diets but there was a quadratic effect of arginine levels on feed:gain ratio from 1 to 7 and from 1 to 21 days old and linear effect on feed intake from 1 to 21 days old. As for organs development, it was observed a reduction for the relative weight of proventriculus + gizzard as arginine level increased for the 1.305% digestible lysine level at 14 days of age The digestibility coefficients of nutrients and retention of DM and d N values were better for the low digestible lysine levels. The levels from 1.40 to 1.46 of digestible arginine could be used for pre-starter phase diets of broiler chicks, however as lysine content increase in the diet its relation with arginine should be adjusted.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Exigência nutricional de lisina digestível para poedeiras semipesadas no segundo ciclo de produção/ Nutritional requirement of digestible lysine for brown-egg laying hens in the 2nd production cycle

Schmidt, Marlene; Gomes, Paulo Cezar; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Nunes, Ricardo Vianna; Cupertino, Edwiney Sebastião
2009-10-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a exigência nutricional de lisina digestível para poedeiras de segundo ciclo de produção no período de 79 a 95 semanas de idade, conduziu-se um experimento utilizando 180 poedeiras Lohmann Brown, distribuídas em cinco níveis de lisina digestível (0,555; 0,605; 0,655; 0,705; e 0,755%), seis repetições e seis aves por unidade experimental. O consumo de ração e a conversão alimentar por dúzia de ovos não foram influenciados pelos n (mais) íveis de lisina. O efeito foi linear positivo sobre o consumo de lisina e quadrático sobre a conversão alimentar por massa de ovos. O peso e a massa de ovos apresentaram resposta quadrática aos níveis de lisina. A porcentagem dos componentes dos ovos e a qualidade interna não foram influenciadas pelos níveis de lisina, com exceção do índice de gema, que sofreu efeito quadrático. A exigência de lisina digestível para poedeiras semipesadas no segundo ciclo de postura foi estimada em 0,681%, o que equivale a consumo diário de 783 mg de lisina digestível. Resumo em inglês With the objective of determining the nutritional requirement of digestible lysine for brown-egg laying hens from 79 to 95 weeks of age, an experiment was carried out using 180 commercial Lohmann Brown laying hens, distribuited in five treatments (0.555; 0.605; 0.655; 0.705 and 0.755%), six replications and six birds birds/replication. The feed intake and the food conversion per dozen of eggs were not influenced by the lysine levels. There was a positive linear effect on (mais) lysine intake and quadratic on feed conversion for egg mass. Egg mass and weight presented a quadratic response to the lysine levels. The egg component percentage and the internal quality were not influenced by the levels of lysine, except for the yolk index, which showed quadratic effect. The digestible lysine requirement for brown-egg laying hens on the 2nd production cycle of production was 0.681% lysine, that corresponds to a daily intake of 783 mg digestible lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Exigência nutricional de lisina digestível para poedeiras leves no segundo ciclo de produção/ Nutritional requirement of digestible lysine to white-egg laying hens on the second cycle of production

Schmidt, Marlene; Gomes, Paulo Cezar; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Nunes, Ricardo Vianna; Calderano, Arele Arlindo
2008-06-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a exigência nutricional de lisina digestível para poedeiras de segundo ciclo de produção, no período de 79 a 95 semanas de idade, foi conduzido um experimento utilizando 180 poedeiras Lohmann LSL leves, distribuídas em cinco níveis de lisina digestível (0,555; 0,605; 0,655; 0,705; e 0,755%), seis repetições e seis aves por unidade experimental. Foi observado efeito quadrático dos níveis de lisina sobre consumo de ração, ganho de (mais) peso, conversão alimentar/massa de ovos, peso e massa de ovos. Para as características consumo de lisina, conversão alimentar/dúzia e taxa de postura, foi observado efeito linear positivo dos níveis de lisina. A porcentagem dos componentes dos ovos e a qualidade interna não foram influenciadas pelos tratamentos, com exceção da porcentagem de casca e do índice de gema, que apresentaram efeito linear negativo. Embora tenha sido obtido efeito quadrático para massa de ovos e conversão alimentar/massa de ovos, estas características não foram utilizadas para determinação da exigência de lisina digestível para as aves leves, visto que não atenderiam à exigência de lisina encontrada para os demais parâmetros. Deste modo, a exigência estimada de lisina digestível para as poedeiras leves, mediante efeito linear, foi maior ou igual a 0,755%, o que corresponde a um consumo de pelo menos 885 mg de lisina digestível/ave/dia. Resumo em inglês The nutritional requirement of digestible lysine was determined in 180 Lohmann LSL white-egg laying hens raised from 79 to 95 weeks of age. The birds were allotted to five levels (0.555; 0.605; 0.655; 0.705 and 0.755%) of digestible lysine, six replicates and six birds per experimental unit. Quadratic effect of digestible lysine levels on feed intake, average weight gain, feed conversion/egg mass, the egg weight and the egg mass was observed. For the characteristics diges (mais) tible lysine intake, feed conversion/dozen eggs and egg production a positive linear effect of digestible lysine levels was observed. The percentage of the components of the eggs and the internal quality were not affected by the digestible lysine levels, except for percentages of shell and yolk index, which showed linear negative effect. Although it was observed quadratic effect on egg mass and feed conversion/egg mass, these characteristics were not used to determine digestible lysine requirements for the white-egg birds, since these traits did not meet the requirement of digestible lysine observed for the other traits. Thus, the estimated requirement of digestible lysine for the white-egg laying hens, using linear effect was higher or equal to 0.755%, corresponding to an intake of at least 885 mg of digestible lysine/bird/day.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Exigência nutricional de lisina digestível para galinhas poedeiras no período de 34 a 50 semanas de idade/ Nutritional requirement of lysine for laying hens in the period from 34 to 50 weeks old

Sá, Luciano Moraes; Gomes, Paulo Cezar; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; D'Agostini, Priscila
2007-12-01

Resumo em português Com o objetivo de estabelecer a exigência nutricional em lisina para galinhas poedeiras leves e semipesadas, no período de 34 a 50 semanas de idade, 360 poedeiras (metade Lohmann e metade poedeiras Lohmann Brown) foram submetidas à ração basal contendo 2.850 kcal EM/kg, 15,0% PB, suplementada com cinco níveis (0,00; 0,05; 0,10; 0,15 e 0,20%) de L-lisina, de modo a proporcionar 0,584; 0,634; 0,684; 0,734 e 0,784% de lisina digestível nas rações. Foi utilizado esqu (mais) ema fatorial 5 x 2 (nível de lisina e linhagem de aves), com seis repetições por tratamento e seis aves por unidade experimental, em um delineamento inteiramente casualizado. Foram avaliados a produção de ovos (%), a massa e o peso médio dos ovos (g), o consumo de ração (g/ave.dia), a conversão alimentar (kg ração/dúzia ovos), a mudança de peso corporal (g) e a qualidade interna dos ovos (unidade Haugh e índice de albúmen e gema). Os níveis de lisina não influenciaram a mudança de peso corporal, o consumo de ração e a qualidade interna dos ovos em ambas as linhagens. A conversão alimentar e a produção de ovos, o peso médio e a massa dos ovos foram influenciados positivamente pelos níveis de lisina, em poedeiras leves e semipesadas. A exigência em lisina digestível, estimada pelo modelo quadrático, para as aves leves e semipesadas, foi de 0,732 e 0,715% na ração, que corresponde ao consumo diário por ave de 893 e 804 mg lisina/ave.dia, respectivamente. Resumo em inglês With the objective to establish the nutritional requirement of lysine for light and semi-heavy laying hens, in the period from 34 to 50 weeks old, 360 laying hens (half Lohmann and half Lohmann Brown) were submitted to a basal ration containing 2.850 kcal ME/kg, 15.0% CP, supplemented with five levels (0.00, 0.05, 0.10, 0.15 and 0.20%) of L-lysine, to provide 0.584, 0.634, 0.684, 0.734, and 0.784% of digestible lysine in the rations. A 5 x 2 (lysine level and laying hen s (mais) train) factorial arrangement, with six replications per treatment and six hens per experimental unit in a completely randomized design was used. Egg production (%), egg mass and average egg weight (g), feed intake (g/hen.day), feed conversion (kg feed /egg dozen), body weight change (g) and internal egg quality (Haugh unit, albumen and yolk index) were evaluated. The lysine levels did not affect the body weight change, feed intake and egg quality in both laying hen strains. Feed conversion and egg production, average egg weight and egg mass were positive influenced by the lysine level, in light and the semi-heavy. The digestible lysine requirement estimated by quadratic model, for the light and the semi-heavy laying hens, was 0.732 and 0.715% in the ration, corresponding to the daily intake per hen of 893 and 804 mg lysine/day, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Exigências nutricionais de lisina para codornas durante a fase de postura, em função do nível de proteína da ração/ Nutritional requirement of lysine for laying quails in function of the level of diets crude protein

Ribeiro, Marcelo Luís Gomes; Silva, José Humberto Vilar da; Dantas, Manuel de Oliveira; Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Oliveira, Sérgio Felix de; Jordão Filho, José; Silva, Edson Lindolfo da
2003-02-01

Resumo em português O experimento objetivou estimar as exigências de lisina total e a relação lisina: proteína em codornas, na fase de produção. Foram utilizadas 320 codornas, resultado do cruzamento entre a codorna japonesa e a européia de 60 a 144 dias de idade, com peso vivo médio de 178+12 g, alimentadas com rações contendo 20 e 23% de proteína bruta (PB) e, 0,80; 0,95; 1,10; 1,25 e 1,40% de lisina. O delineamento experimental foi o inteiramente ao acaso em esquema fatorial 2x (mais) 5 (dois níveis de PB x cinco níveis de lisina), que resultou em dez tratamentos, cada um com quatro repetições de oito aves. As codornas foram submetidas a um programa de luz de 17 horas de duração e alimentadas à vontade. As variáveis estudadas foram obtidas em quatro períodos de 21 dias. Houve efeito quadrático dos níveis de lisina sobre a produção de ovos, sendo a exigência e o consumo, respectivamente, de 1,07% e 287 mg de lisina/dia com 20%PB e de 1,15% e 321 mg de lisina/dia com 23%PB. O nível de 23%PB aumentou o consumo de ração, produção, peso e massa de ovos e também melhorou a conversão alimentar por massa e dúzia de ovos. As relações lisina: PB não foram alteradas, sendo de 5,3 e 5,0%, respectivamente, com 20 e 23% de PB na ração. Os resultados do presente estudo sugerem aumento quantitativo da exigência de lisina de codornas na fase de produção, mas não da relação lisina: PB, à medida que a concentração de PB na ração é elevada. Resumo em inglês This experiment was carried out to estimate the requirements of total lysine and lysine: crude protein (CP) ratio to laying quails. It was used three hundred and twenty birds offspring from crossing breeding of Japanese and European quails from 60 to 144 days of age, live weight of 178+12 g, fed diet with 20 and 23% of CP, and five rates of lysine (0.80, 0.95, 1.10, 1.25 and 1.40%). A completely randomized experimental design in a factorial scheme 2x5 (two CP levels X fiv (mais) e rates of lysine) was used, resulting in ten treatments, each one with four replications of eight layers quail submitted to a light schedules of 17 hours daily and ad libitum fed. The studied variables were obtained in four periods of 21 days. There was effect of lysine rates within CP levels on egg production, with requirements of 1.07% lysine with 20% CP and 1.15% with 23% CP. The 23% CP level increased feed intake, egg production, egg weight and egg mass, and also improved feed to egg mass ratio and feed to egg dozen ratio. The lysine: CP ratio did not was affect (5.3 versus 5.0%) when crude protein diets increase 20 to 23%. Results in the present study suggest increase of quantitatively requirement of lysine of quail layer, but not lysine: CP ratio, when increase CP concentration on diet.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Efeitos dos níveis de energia, lisina e metionina + cistina sobre o desempenho e o rendimento de carcaça de frangos de corte/ Effect of energy, lysine and methionine and cystine levels on performance and carcass yield of broiler chickens

Lima, Laís Maria Brito; Lara, Leonardo José Camargos; Baião, Nelson Carneiro; Cançado, Silvana de Vasconcelos; Michell, Bruna Cypreste; Ferreira, Fernanda Carolina
2008-08-01

Resumo em português Avaliaram-se os efeitos dos níveis de energia, lisina, metionina + cistina na ração sobre o desempenho e os rendimentos de carcaça e cortes de frangos de corte. O delineamento experimental foi o inteiramente ao acaso, em esquema fatorial (3 × 2), composto de seis tratamentos e oito repetições (quatro para machos e quatro para fêmeas). Os tratamentos foram definidos pelos níveis de energia (baixo, médio e alto), lisina e metionina + cistina (padrão ou 10% superi (mais) ores ao recomendado) e pelo período de criação (1 a 45 dias de idade). Em frangos machos, níveis médios de energia (3.000, 3.100 e 3.200 kcal/kg, respectivamente, nas rações inicial, de crescimento e final) e níveis normais de aminoácidos proporcionam maior ganho peso aos 45 dias de idade, no entanto, para obtenção de maior rendimento de peito, o nível mais alto de aminoácidos é mais recomendável. Em fêmeas, para maior ganho de peso até os 40 dias de idade, devem ser associados níveis médios de energia e níveis mais altos de aminoácidos. Resumo em inglês The effects of dietary energy, lysine and methionine + cystine levels on performance, carcass and cuts yields of male and female broiler chickens were evaluated. The experiment was analyzed as a completely randomized experimental design in a 3 × 2 factorial arrangement composed by six diets and eight replications (four males and four females). The diets consisted of energy (low, middle and high) and lysine and methionine + cystine (standard and + 10%) levels and of raisi (mais) ng period (1 to 45 days old). Male broilers fed diets with 3,000, 3,100 and 3,200 kcal/kg, respectively, in the initial, growing and standard levels of amino acids showed better weight gain at 45 days old, however, for the best breast yield, the highest amino acid level was the most indicated. Middle energy and high amino acids levels are indicated for greater weight up to 40 days old, in females.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Níveis dietéticos de lisina para suínos da raça Landrace dos 15 aos 30 kg/ Dietary lysine levels for Landrace pigs from 15 to 30 kg

Moretto, Valéria; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Fontes, Dalton de Oliveira
2000-06-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a exigência nutricional de lisina total para suínos da raça Landrace, machos inteiros e fêmeas, de 15 a 30 kg de peso, foram conduzidos dois experimentos. Utilizaram-se 50 fêmeas no experimento I e 50 machos inteiros no experimento II, em delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental, em cada experimento. Os tratamentos consistiram de uma ração basal suplementada c (mais) om cinco níveis de L-lisina.HCl, resultando em rações com 0,85; 0,95; 1,05; 1,15; e 1,25% de lisina, em ambos os experimentos. No experimento I, o consumo de ração médio diário não foi influenciado pelo nível de lisina das rações. Ganho de peso médio diário, consumo de lisina médio diário e taxa de deposição de proteína na carcaça aumentaram de forma linear com o nível de lisina da ração. Os tratamentos influenciaram de forma quadrática a conversão alimentar, que melhorou até o nível de 1,08% de lisina. No experimento II, os tratamentos não influenciaram o consumo de ração médio diário e a conversão alimentar. Constatou-se efeito quadrático dos níveis de lisina sobre ganho de peso médio diário, consumo de lisina médio diário e taxa de deposição de proteína na carcaça. Os melhores resultados de ganho de peso foram observados no nível de 1,08% de lisina. A exigência de lisina total na ração, para a fase inicial de desenvolvimento (15 a 30 kg), foi de 1,08%, para ambos os sexos. Resumo em inglês Two experiments were carried out to determine the total lysine requirement of purebred Landrace swine, males and females, from 15 to 30 kg live weights. Fifty females and fifty males were used in a randomized complete block design, with five treatments, five replications and two animals per experimental unit, in the experiments I and II, respectively. The treatments consisted of a basal diet, supplemented with five levels of L-lysine.HCL, resulting in diets with .85, .95, (mais) 1.05, 1.15, 1.25% of total lysine in both experiments. In experiment I, the dietary lysine levels did not influence the average daily feed intake. The average daily gain, daily lysine intake and protein deposition rates in the carcass linearly increased with the lysine level. The treatments quadractily influenced the feed:gain ratio, which improved up to 1.08% lysine level. In the experiment II, lysine level did not influence the average daily feed intake and the feed:gain ratio. There was a quadratic effect of dietary lysine level on average daily gain, average daily lysine intake and protein deposition rate in the carcass. The best results of average weight gain were obtained with the level of 1.08% lysine. The total lysine requirement, for the starting growing phase (15 to 30 kg), was estimated to be 1.08%, for both sexes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Exigência nutricional de lisina para codornas européias machos de 21 a 49 dias de idade/ Nutritional requirements of lysine for male European quails from 21 to 49 days old

Barreto, Sergio Luiz de Toledo; Araujo, Marcelle Santana de; Umigi, Regina Tie; Donzele, Juarez Lopes; Rocha, Tatiana Cristina da; Pinheiro, Sandra Regina Freitas; Teixeira, Rafael Bastos; Abreu, Franklin Vitor de Souza; Silva, Rodrigo Fortes
2006-06-01

Resumo em português O experimento foi conduzido como objetivo de estimar a exigência de lisina total para codornas européias (Coturnix coturnix coturnix) machos de 21 a 49 dias de idade. Foram utilizadas 315 codornas (peso vivo médio de 80 g) alimentadas com rações à base de milho, farelo de soja e farelo de glúten de milho. A ração basal, formulada sem suplementação de lisina sintética, continha 20% de PB, 2.900 kcal de energia metabolizável (EM)/kg e 0,9% de lisina total e foi (mais) suplementada com 0,125; 0,231; 0,357 e 0,483 de L-lisina-HCl (79%), resultando em rações com 1,0; 1,1; 1,2 e 1,3% de lisina total, respectivamente. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos, sete repetições e nove aves por unidade experimental. Foram avaliados o consumo de ração, o peso final, o ganho de peso, a conversão alimentar, o índice de eficiência produtiva e os rendimentos de peito e de carcaça. Observou-se efeito não-significativo para todas as variáveis avaliadas. A exigência dietética de lisina total para codornas européias machos de 21 a 49 dias de idade é de 0,9%, que corresponde a um consumo diário de 207 mg de lisina por ave. Resumo em inglês The trial was carried out to estimate the requirements of total lysine for male European quails (Coturnix coturnix coturnix) from 21 to 49 days old. Three hundred and fifteen quails averaging 80 g BW were fed diets with corn, soy crumb and corn gluten crumb. The basal diet was not supplementated with L-lysine, containing 20% of crude protein, 2,900 kcal of energy metabolizable/kg and 0.9% of total lysine, supplemented with 0.125, 0.231, 0.357, and 0.483 g of L-lysine (79% (mais) ), resulting in 1.0, 1.1, 1.2, and 1.3% of total lysine, respectively. The trial was analyzed as a completely randomized experimental design with five treatments, seven replicates and nine birds per experimental unit. The following variables were studied: feeding intake, final body weight, body weight gain, feed:gain ratio, productive efficiency index, breast yield and carcass. No significant effect was observed for all the variables. It concluded that the dietary total lysine requirement is of 0.9% for male European quails from 21 to 49 days old, corresponding to a daily intake of 207 mg of lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Exigência nutricional de lisina digestível para galinhas poedeiras de 54 a 70 semanas de idade/ Digestible lysine requirements of laying hens from 54 to 70 weeks of age

Cupertino, Edwiney Sebastião; Gomes, Paulo Cezar; Albino, Fernando Teixeira; Donzele, Juarez Lopes; Mello, Heloisa Helena de Carvalho; Schmidt, Marlene; Calderano, Arele Arlindo
2009-03-01

Resumo em português Um experimento foi realizado com o objetivo de determinar a exigência de lisina digestível no período de 54 a 70 semanas de idade. Utilizaram-se 360 aves com 54 semanas de idade, 180 (Lohmann LSL e 180 Lohmann Brown) em um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 × 2, composto de cinco níveis de lisina digestível e duas linhagens (leves e semipesadas), com seis repetições e seis aves por unidade experimental. Utilizou-se uma dieta basal defi (mais) ciente em lisina digestível suplementada com cinco níveis de L-lisina HCl (78%), de forma a resultar em dietas com 0,555; 0,605; 0,655; 0,705 e 0,755% de lisina digestível. Avaliaram-se a produção de ovos, o peso e a massa de ovos, o consumo de ração, a conversão alimentar, os pesos de albúmen, gema e casca, unidades Haugh, os índices de albúmen e de gema, o percentual de ovos não-comerciais e a variação de peso corporal. Nas poedeiras leves, houve efeito linear dos níveis de lisina sobre os consumo de ração e de lisina, o índice de gema e os pesos de albúmen e de gema e efeito quadrático sobre a produção de ovos, o peso e a massa de ovos, a conversão alimentar e o peso da casca. Nas poedeiras semipesadas, houve efeito linear dos níveis de lisina sobre o consumo de lisina e o peso dos ovos e efeito quadrático sobre a produção de ovos, a massa de ovos, a conversão alimentar e o peso da casca. As exigências de lisina digestível para as poedeiras leves e semipesadas no período de 54 a 70 semanas de idade são de 0,724 e 0,692% da dieta, que correspondem a 784 e 748 mg de lisina digestível/ave/dia e 14,9 e 14,5 g de lisina digestível/g de massa de ovo produzida. Resumo em inglês An experiment was performed to determine the dietary digestible lysine requirement of hens (Lohman LSL and Lohman Brown) from 54 to 70 weeks of age. Three hundred and sixty hens were randomly assigned to 5 × 2 factorial arrangement (Lys levels by hen strain), according to the dietary treatments withj six replicates (groups) of 6 birds. An experimental diet was formulated to contain deficient digestible lysine levels in order to be supplemented with lysine (L-Lys-HCL, (mais) 78%) originating the five dietary treatments (0.555; 0.605; 0.655; 0.705 and 0.755% of digestible lysine). The parameters analyzed were egg production, egg weight, egg mass, feed intake, lysine intake, feed conversion, albumen weight, yolk weight and shell weight, Haugh unit, albumen index and yolk index, percentage of non-commercial eggs and body weight gain. There was linear effect of lysine levels to light laying hens on feed intake, lysine intake, yolk index, albumen weight, yolk weight and quadratic effect on egg production, egg weight, egg mass, feed conversion and shell weight. For brown-type laying hens, there was linear effect of lysine levels on lysine intake and egg weight and quadratic effect on egg production, egg mass, feed conversion and shell weight. The digestible lysine requirements were estimated through polynomial regression models. Estimates of digestible lysine requirements were calculated as 0.724 and 0.692% for light laying hens and brown-type laying hens, respectively, which corresponds to 784 and 748 mg/hen/day and 14.9 and 14.5 g of digestible lysine/g egg mass produced, in the period from 54 to 70 weeks of age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Efeito da linhagem e do nível de lisina da dieta sobre a qualidade da carne do peito de frangos de corte/ Effect of strain and dietary lysine level on breast meat quality of broiler chickens

Pavan, Ana Cláudia; Mendes, Ariel Antônio; Oliveira, Edson Gonçalves de; Denadai, Juliana Célia; Garcia, Rodrigo Garófallo; Takita, Tania Sayuri
2003-12-01

Resumo em português O experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito da linhagem e do nível de lisina da dieta sobre o rendimento e a qualidade da carne de peito de frangos de corte. Foram utilizados 2250 pintos não sexados, de três linhagens comerciais, identificadas como A, B e C, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x3 (linhagens e níveis de lisina), com cinco repetições de 50 aves. As aves receberam ração à vontade, à base de (mais) milho e farelo de soja, suplementadas com 1,18; 1,24 e 1,30% de lisina nas rações pré-iniciais (1 a 7 dias); 1,10; 1,16 e 1,22% nas rações iniciais (7 a 21 dias); 1,0; 1,06 e 1,12% nas rações de crescimento (21 a 35 dias) e 0,85; 0,91 e 0,97% nas rações de terminação (35 a 42 dias). Foram avaliadas as características de rendimento de peito e carne de peito e as medidas de espessura, largura, comprimento, pH, perda de peso por cozimento e força de cisalhamento da carne de peito. Para o rendimento de peito não foram observadas diferenças significativas, enquanto para rendimento de carne de peito houve efeito significativo da linhagem, em que a linhagem A apresentou o maior rendimento e a linhagem B, o menor. Para as medidas físicas da carne do peito, foram encontradas diferenças significativas entre as linhagens para comprimento de peito, com a linhagem C apresentando o maior resultado. O pH da carne diferiu significativamente para linhagens e níveis de lisina. As linhagens tiveram efeito sobre o rendimento, comprimento e pH da carne de peito, em que a linhagem A apresentou maiores valores para rendimento e pH e a linhagem C para comprimento. Resumo em inglês The objective of this experiment was to evaluate the effect of broiler strain and dietary lysine level on breast meat yield and quality. Two thousand two hundred and fifty day old straightrun chicks from commercial strains named A, B and C were reared in a factorial 3x3 arrangement (strain and dietary lysine level) with five replicates of 50 birds per pen. The broiler chikens were feed ad libitun with a corn and soybean diet withing the following lysine levels: 1.18, 1.24 (mais) and 1.30% in pre-starter diets (1-7 days); 1.10, 1.16 and 1.22% in starter diets (7-21 days); 1.00, 1.06 and 1.12 % in grower diets (21-35 days) and .85, .91 and .97% in finishing diets (35-42 days). Total breast yield, breast meat yield, pH, breast measures (high, width and lenght), weight cooking loss, and breast meat shear force were evaluated. There were no effect of strain and diet on breast yield. Related to breast meat yield, strain A presented higher values than strain B. Strain C presented the highest breast lenght. There were effects of lysine level only for pH. pH was affected by strain and dietary lisine level. It was concluded that lysine level affected only pH value. Strain affected breast meat yield, lenght and pH, where strain A showed the highest values for yield and pH and strain C for breast lenght.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Efeito da suplementação de metionina e/ou lisina no crescimento e na sobrevivência de alevinos de peixe-rei (Odontesthes bonariensis)/ Effect of methionine and lysine supplementation on growth and survival of pejerrey (Odontesthes bonariensis) fingerlings

Piedras, Sérgio Renato Noguez; Pouey, Juvêncio Luís O. Fernandes; Rutz, Fernando
2004-12-01

Resumo em português Para avaliar o efeito da suplementação de metionina e lisina sobre o desempenho de alevinos de peixe-rei (Odontesthes bonariensis), estabeleceu-se um experimento completamente casualizado com quatro tratamentos. A dieta T1 (controle) continha as concentrações de metionina e lisina disponíveis nos produtos usados na formulação da mesma. A dieta T2 foi suplementada com 4,76% de DL-metionina; a dieta T3, com 4,76% de L-lisina; e a dieta T4, com 4,54% de DL-metionina e (mais) 4,54% de L-lisina. As dietas suplementadas com metionina foram mais eficientes que a dieta-controle e a suplementada apenas com lisina, pois esta não apresentou diferença em relação à dieta-controle, comprovando que a quantidade de lisina disponível nos produtos utilizados na elaboração das dietas atende às necessidades dos alevinos de peixe-rei. A quantidade de metionina disponível nestas formulações é insuficiente para o bom desempenho dos alevinos, devendo ser suplementada. Resumo em inglês A completely randomized experiment was run to evaluate the effect of methionine and lysine supplementation on the pejerrey (Odontesthes bonariensis) fingerlings performance. Four treatments were compared: Diet T1 control, with available contents mehionine and lysine in products used in formulation of diets; Diet T2 supplemented with 4.76% of DL- methionine; Diet T3 supplemented with 4.76% of L- lysine and Diet T4 with 4.54% of DL methionine and 4.54% of L lysine. Resulted (mais) showed that diets containing methionine were more efficient than control diet and diet with lysine only. Control diet did not differ from diet with lysine supplementation only. It is shown that contents of available lysine in products used in the formulation of diets meet pejerrey fingerlings requirements. Amounts of methionine in control diet are insufficient for fingerlings growth. A supplementation of this aminoacid is required to maximize performance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Exigência nutricional de lisina digestível para frangos de corte/ Nutritional requirement of digestible lysine for broiler chickens

Barboza, Walter Amaral; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rodrigues, Paulo Borges
2000-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi determinar, mediante ensaio de digestibilidade, as exigências nutricionais de lisina digestível verdadeira para frangos de corte nas quatro fases de crescimento. Quatro experimentos de desempenho, realizados previamente, permitiram estimar a exigência de lisina total para frangos de corte nas fases de 1 a 21, 15 a 40, 22 a 40 e 42 a 48 dias de idade. Foram utilizados 30 galos, adultos, Leghorn, cecectomizados com peso médio de 2316±190 g (mais) , sendo alojados, individualmente, em gaiolas com bandejas coletoras de excretas, utilizando-se o método de alimentação forçada. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (quatro com dietas e um em jejum) e seis repetições. Foram utilizadas as dietas basais das quatro fases de crescimento, contendo 1,0; 0,825; 0,80; e 0,75% de lisina total. Com base nos coeficientes de digestibilidade determinados de 93,3; 93,58; 89,76; e 92,25% e considerando a L-lisina HCL suplementada como 100% digestível, as exigências de lisina digestível verdadeira foram 1,130; 1,075; 0,95; e 0,84% para as fases de 1 a 21, 15 a 40, 22 a 40 e 42 a 48 dias de idade, respectivamente. Ao aplicar o modelo de regressão linear, foram obtidas as equações (% lisina/Mcal) = 0,4335 - 0,003284X r² 0,98 e (% lisina/Mcal) = 0,41081 - 0,003213X, r² 0,96 para lisina total e digestível, respectivamente, sendo x a idade média das aves, em dias. Resumo em inglês The objective of this work was to determine, through a digestibility assay, the nutritional requirement of true digestible lysine for broiler chickens, in the four growing phases. Four performance experiments, previously performed, allowed the determination of total lysine requirement of broiler chickens in the periods from 1 to 21, 15 to 40, 22 to 40 and 42 to 48 days of age. Thirty cecectomized adults Leghorn roosters were used, with an average weight of 2316±190 g, an (mais) d individually caged in batteries with excreta collecting trays and using the precision feeding method. A completely randomized design was used, with five treatments (four with diets and one fasted) and six replications. The basal diets from the four growing phases, contained 1.0, 0.825, 0.80 and 0.75% total lysine, were used. Based on the determined digestibility coefficients of 93.3; 93.58; 89.76 and 92,25% and considering the supplemented L-Lysine HCL as 100 % digestible, the true digestible lysine requirements were: 1.130%; 1.075%; 0,95% and 0,84% for 1-21; 15- 40; 22-40 and 42-48 days of age, respectively. Using the linear regression model, the obtained equations were (%total lysine/Mcal) = 0.4335 - 0,003284X R² 0.98 and (% digestible lysine/Mcal) = 0,41081 - 0,003213X, R² 0.96 for total and digestible lysine, respectively, where x was the average birds age in days.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Determinação da Biodisponibilidade da Lisina Sulfato e Lisina HCl com Frangos de Corte/ Bioavailability Determination of Lysine Sulfate and Lysine HCl with Broiler Chickens

Neme, Rafael; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Rodrigueiro, Ramalho José Barbosa; Toledo, Rodrigo Santana
2001-12-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a biodisponibilidade de duas fontes de lisina (lisina HCl e lisina sulfato), por intermédio de um ensaio de crescimento, foram alojados em um galpão de alvenaria com 56 boxes 840 pintos de corte machos com um dia de idade. Duas dietas basais foram formuladas para atender as exigências nutricionais das aves nas fases inicial e crescimento, deficientes apenas em lisina e suplementadas em 0,08; 0,16; e 0,24% pelas duas fontes de lisina. As var (mais) iáveis avaliadas foram: ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, rendimento de carcaça, rendimento de perna, rendimento de peito, rendimento de filé e porcentagem de gordura abdominal. Com os dados obtidos foram estimadas equações de regressão linear múltipla e, usando os coeficientes de regressão destas, foi determinada a biodisponibilidade da lisina sulfato em relação a lisina HCl, padronizada como 100% disponível. As equações obtidas que melhor estimaram a biodisponibilidade das lisinas foram Y = 544,72 + 439,62 X1 + 475,84 X2, R² = 0,90, para ganho de peso de 01 a 21 dias de idade, Y = 1824,63 + 1469,18 X1 + 1381,33 X2, R² = 0,85, para ganho de peso de 01 a 42 dias de idade, Y = 1,9623 - 0,9043X1--1,0235 X2, R² = 0,83, para conversão alimentar de 01 a 21 dias de idade, Y = 0,3766 + 0,5320 X1 + 0,4986 X2, R² = 0,88, para peso de peito aos 42 dias de idade e Y = 0,2565 + 0,4685X1 + 0,4300 X2, R² = 0,92, para peso de filé de peito aos 42 dias de idade das aves. A biodisponibilidade média encontrada para a Lisina Sulfato foi de 100,19%, mostrando não haver diferença significativa na biodisponibilidade das lisinas testadas. Resumo em inglês With the objective of determine the bioavailability of two lysine sources (lysine HCl and lysine sulfate), by a growth trial, 840 one day old male broiler chicks were placed in 56 boxes. Two basal diets were formulated to supply the birds nutritional requirements, one for the starting and the other for the growing period, respectively, deficient only in lysine, which were supplemented 0,08, 0,16 and 0,24% lysine of both lysine sources. Weight gain, feed intake, feed conve (mais) rsion, carcass yield, legs quarter yield, breast yield, breast meat yield and abdominal fat content were evaluated. Multiple linear regression and the slope ratio technique was used to estimate equations. The bioavailabity of lysine sulfate was obtained as a percentage of lysine HCl considered as 100% available. The equations that best estimated the bioavailability of the lysine sulfate (X2) related to lysine HCl (X1) were: Y = 544,72 + 439,62 X1 + 475,84 X2, R2 = 0,90, for weight gain (1 to 21 days of age); Y = 1824,63 + 1469,18 X1 + 1381,33 X2, R² = 0,85, for weight gain from 01 to 42 days of age;11 Y = 1,9623 - 0,9043X1 --1,0235 X2, R² = 0,83, for feed conversion (1 to 21 days of age); Y = 0,3766 + 0,5320 X1 + 0,4986 X2, R² = 0,88, for breast yield (42 days of age) and Y = 0,2565 + 0,4685X1 + 0,4300 X2, R² = 0,92 for breast meat yield with 42 days of age. The average bioavailability of lysine sulfate was 100,19%, showing that there was no difference (p > 0.05), in the bioavailability of the two lysine sources studied.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Efeito da interação grupo genético x nível de lisina sobre características de desempenho de codornas Coturnix coturnix de corte no período de crescimento/ Genotype by lysine level interaction on performance traits of meat type quail Coturnix coturnix during the growing period

Santos, G.G.; Corrêa, G.S.S.; Silva, M.A.; Corrêa, A.B.; Fontes, D.O.; Torres, R.A.; Felipe, V.P.S.; Wenceslau, R.R.; Freitas, L.S.; Barbosa, F.A.
2009-12-01

Resumo em português Estudou-se o efeito da interação entre grupo genético e nível de lisina sobre características de desempenho de 576 codornas de corte, de ambos os sexos, de dois grupos genéticos (EV1 e EV2), alimentadas com dietas contendo seis níveis de lisina total, 1,4; 1,5; 1,6; 1,7; 1,8 e 1,9%, no período de crescimento, em esquema fatorial 6x2 e delineamento inteiramente ao acaso, sendo quatro repetições de 12 codornas por unidade experimental. Avaliaram-se o ganho de peso (mais) (g), o peso (g), o consumo de ração (g/ave) e a conversão alimentar (g de dieta/g de peso) nos períodos inicial - do nascimento ao 21dia - e total - do nascimento ao 42 dia de idade - de crescimento. Houve efeito significativo da interação grupo genético x nível de lisina total da dieta sobre todas as variáveis de desempenho avaliadas no 21º e no 42º dia de idade. No período inicial, ganhos máximos de peso das codornas dos grupos genéticos EV1 e EV2 foram observados nos tratamentos com níveis de 1,7 e 1,7% de lisina total na dieta. Do nascimento ao 42dia de idade, ganhos máximos de peso foram estimados para codornas dos grupos EV1 e EV2 em dietas que continham 1,6 e 1,6% de lisina total. Resumo em inglês The effects of genotype by lysine level interaction on performance traits of meat type quails during the growing period of five hundred seventy-six meat type quails of both genders, from two genetic groups (EV1 and EV2), were evaluated in a completely randomized experimental design with six different levels of total lysine (1.4; 1.5; 1.6; 1.7; 1.8, and 1.9%), and four replicates of 12 quails per experimental unit. The recorded traits for each experimental period (from hat (mais) ching to the 21st day and from hatching to the 42nd day of age), were: body weight (g), weight gain (g), feed intake (g), and feed: weight gain ratio (g/g). Significant effects of genotype by lysine interaction were observed on all the performance traits evaluated in both periods. The total lysine requirements from hatching to the 21st day of age and from hatching to 42 days of age for EV1 and EV2 lines were 1.7 and 1.7% and 1.6 and 1.6%, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Níveis de energia metabolizável mantendo a relação lisina digestível: caloria em rações para suínos machos castrados em terminação/ Metabolizable energy levels maintaining digestible lysine: calorie ratio in diets for finishing barrows

Rezende, Wilkson Oliveira; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Ferreira, Aloízio Soares; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Apolônio, Lourdes Romão
2006-06-01

Resumo em português Foram utilizados 40 suínos machos castrados, híbridos comerciais com peso inicial de 60,1 ± 1,3 kg, em um estudo para avaliar os efeitos de diferentes níveis de EM, mantendo-se a relação lisina digestível:caloria sobre o desempenho e as características de carcaça. Foi utilizado o delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam a quatro níveis de (mais) EM (3.100, 3.230, 3.370 e 3.500 kcal/kg de ração), nos quais foi mantida a relação de 2,41 g de lisina digestível/Mcal de EM. As rações foram fornecidas à vontade até o fim do período experimental, quando os animais atingiram 95,46 ± 2,89 kg. Os níveis de energia metabolizável influenciaram o consumo diário de ração, que reduziu linearmente. A conversão alimentar melhorou linearmente com o aumento dos níveis de energia metabolizável. Não houve efeito dos tratamentos sobre o consumo de energia, o ganho de peso diário, a eficiência de utilização da EM para ganho de peso, o rendimento de carcaça, a espessura de toucinho e o rendimento de carne magra. Níveis crescentes de energia metabolizável (3.100 a 3.500 kcal/kg), mantendo-se a relação lisina digestível:caloria na ração de suínos machos castrados, promovem melhora na conversão alimentar e redução no consumo de ração, sem alterar os valores do ganho de peso e das características de carcaça. Resumo em inglês Forty barrows from commercial hybrids averaging initial weight of 60.1 ± 1.3 kg were used in a trial to evaluate different ME levels, maintaining the digestible lysine:calorie ratio, on the performance and carcass characteristics. A randomized block experimental design with four treatments, five replicate and two animals per experimental unit was used. The treatments consisted of four ME levels (3,100, 3,230, 3,370, and 3,500 kcal/kg) with 2.41 g of digestible lysi (mais) ne/Mcal of EM ratio. Animals were fed until the end of the experimental period, when the animals reached 95.46 ± 2.89 kg. It was observed linear effect of treatments on feed intake. Feed:gain ratio increased linearly as the ME levels increased. There was no treatment effect on energy efficiency, weight gain, carcass yield, backfat thickness and lean meat yield. It was concluded that increasing ME levels (3,100 to 3,500 kcal/kg, maintaining the dietary digestible lysine:calorie ratio of barrows, increase feed:gain ratio and decrease feed intake with no effect on weight gain and carcass characteristics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Validação das relações dos aminoácidos metionina, treonina, triptofano e valina com a lisina digestível na proteína ideal em rações para porcas em lactação/ Validation of the relationships of methionine, threonine, tryptophan and valine amino acids with the digestible lysine in the ideal protein in feedings for lactating sows

Haese, Douglas; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Kill, João Luís; Abreu, Márvio Lobão Teixeira de; Saraiva, Alysson; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Puppo, Débora Del
2010-07-01

Resumo em português Com o objetivo de validar as relações de aminoácidos digestíveis com a lisina digestível propostas com base no conceito da proteína ideal, foi realizado um experimento com 120 matrizes suínas em lactação, distribuídas em delineamento em blocos, composto de seis dietas, 20 blocos e uma matriz por unidade experimental. As dietas foram formuladas a partir de uma dieta-referência - contendo 19,5% de proteína bruta (PB) e 0,95% de lisina digestível - suplementada (mais) com metionina, treonina, triptofano e/ou valina digestíveis para atingir as relações com a lisina digestível determinadas com base na proteína ideal. As dietas não influenciaram a perda e a variação de peso, a espessura e a variação da espessura de toucinho, a proteína e a variação de proteína corporal, a gordura e a variação de gordura corporal nem alteraram o intervalo desmame-estro ou a produção de leite das porcas. As relações dos aminoácidos metionina + cistina, treonina, triptofano e valina digestíveis com a lisina digestível propostas com base na proteína ideal atendem às exigências de porcas em lactação para melhores desempenhos produtivo e reprodutivo. Resumo em inglês This experiment aimed at validating the relationship between digestible amino acids with the digestible lysine proposed on the basis of the ideal protein concept. This experiment used 120 lactating sows distributed in a complete randomized block design with six treatments and 20 repetitions and one sow per experimental unity. The diets were formulated based on a reference diet - which contained 19.5% of crude protein (CP) and 0.95% of digestible lysine supplemented with d (mais) igestible methionine, threonine, tryptophan and/or valine to meet the ideal protein based determined relationships with digestible lysine. The diets did not change weight loss and variation, thickness and thickness variation of backfat, protein and body protein variation, fat and body fat variation, neither they changed the weaning-estrus interval or milk production of the sows. The relationships between metionine + cistine, threonine, tryptophan, and valine digestible amino acids with digestible lysine based proposed on ideal protein meet the requirements of lactating sows for better reproductive and productive performances.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Modelos matemáticos para estimar as exigências de lisina digestível para aves de corte ISA Label/ Mathematical models to estimate digestible lysine of ISA Label broilers

Siqueira, Jefferson Costa de; Sakomura, Nilva Kazue; Nascimento, Dáphinne Cardoso Nagib; Fernandes, João Batista Kochenborger
2009-09-01

Resumo em português O objetivo neste estudo foi avaliar diferentes modelos ajustados às respostas de ganho de peso obtidas em experimento com aves da linhagem ISA Label no período de 1 a 28 dias de idade. Foram utilizados 480 pintos de ambos os sexos, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 4 X 2 (níveis de lisina X sexo), com três repetições, com 20 aves por unidade experimental. Uma ração basal foi formulada para atender às exigências das aves, (mais) exceto em lisina. Essa ração foi suplementada com L-lisina HCl em substituição ao ácido L-glutâmico, resultando em rações experimentais isonitrogênicas e isoenergéticas contendo 0,85; 0,97; 1,09 e 1,21% de lisina digestível. As respostas de ganho de peso foram ajustadas de acordo com os níveis de lisina da ração pelos modelos Linear Reponse Plateau (LRP), segmentado de duas inclinações, polinomial quadrático e exponencial. A primeira intersecção da equação quadrática com o platô do LRP também foi utilizado para estimar o nível ótimo. Os níveis de lisina digestível estimados pelos modelos LRP, segmentado e quadrático, foram 0,999; 1,010 e 1,116%, respectivamente. Na combinação do modelo quadrático com o LRP, a estimativa da exigência de lisina digestível foi de 1,041%. O modelo exponencial proporcionou estimativa de 1,066%, considerando 95% da resposta assintótica. Com base nos custos com alimentação, esse mesmo modelo gerou estimativas de 1,000 e 1,030% quando o custo do quilograma de L-lisina HCl foi R$ 8,50 e R$ 6,50, respectivamente. Considerando as limitações de cada um dos modelos propostos, o procedimento para estimar as exigências de lisina digestível pela primeira intersecção da equação quadrática com o platô do LRP foi o mais adequado para melhorar o ganho de peso das aves quando variáveis econômicas não foram consideradas. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate different models in the adjustment of weight gain (WG) responses, obtained in an experiment carried out with ISA Label birds from 1 to 28 days of age. A total of 480 male and female chicks were distributed in a completely randomized design, in a 4 X 2 factorial arrangement (lysine levels X sex), with three replications of 20 birds each. The basal diet was formulated to meet the chick requirements, except for lysine. This diet wa (mais) s supplemented with L-lysine HCl replacing the L-glutamic acid and resulting in experimental diets containing 0.85, 0.97, 1.09 and 1.21% digestible lysine. The weight gain response was adjusted to lysine levels according to following models: Linear Response Plateau (LRP), segmented regression with two slopes, quadratic and exponential. The first interception of the quadratic model on the LRP plateau was used to estimate the optimum lysine level. The lysine levels estimated according to LRP, segmented regression and quadratic models were 0.999, 1.010 and 1.116%, respectively. The digestible lysine level estimated by the combination of quadratic with LRP models was 1.041%. The exponential model provided an estimate of digestible lysine digestible of 1.066%, considering 95% of the asymptotic response. Based on the economic approach this model generated estimates of 1.000 and 1.030%, when the L-lysine cost was R$ 8.50 and R$ 6.50, respectively. Considering the limitations of each one of the proposed models, procedure to estimate the digestible lysine by the interception of quadratic equation with LRP plateau was the most adequate to optmize the weight gain of the birds when economic variables were not considered.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Efeito da extrusão termoplástica no teor de lisina disponível da farinha desengordurada de grão-de-bico (Cicer arietinum, L.)

Fernandes de Aguiar Valim, Maria Filomena Claret; Batistuti, José Paschoal
2000-09-01

Resumo em português Amostras de farinha desengordurada de grão-de-bico (Cicer arietinum, L.) contendo diferentes teores de umidade inicial (13%, 18% e 27%) foram submetidas ao processo de extrusão termoplástica e, em seguida, foi realizada a avaliação de seus teores de lisina disponível. Foi verificado que o processo de extrusão provocou perda de 58% e 55% na lisina disponível nas farinhas com teores de umidade de 13% e 18%, respectivamente. Na farinha de grão-de-bico com 27% de urnidade inicial, a perda de lisina disponível foi de 71 %, após o processo de extrusão. Resumo em inglês Effect of thermoplastic extrusion on lysine availability of chickpea (Cicer arietinum, L.) flour. The aim of this research was to evaluate lysine availability of chickpea (Cicer arietinum, L.) flour submitted to therrnoplastic extrusion at three feed moisture levels (13%,18% and 27%). It was verified that extrusion treatments reduced available lysine by 58% and 55% at 13% and 18% feed moisture levels. The major lysine loss, 71 %, was verified at 27% feed moisture level.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Qualidade da carne de peito de frangos de corte recebendo rações com diferentes relações lisina digestível: proteína bruta/ Breast muscle meat quality of broiler chickens fed diets with different digestible lysine: crude protein ratios

Rodrigues, Kênia Ferreira; Rodrigues, Paulo Borges; Bressan, Maria Cristina; Nagata, Adriano Kaneo; Silva, José Humberto Vilar da; Silva, Edson Lindolfo da
2008-06-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito de diferentes relações lisina digestível/proteína bruta (LD:PB) sobre as características químicas e físicas do músculo do peito de frangos de corte, machos, da linhagem Cobb, aos 42 dias de idade. O delineamento foi inteiramente casualizado, segundo um modelo com dois critérios de classificação hierárquica. As aves foram criadas até 21 dias de idade recebendo ração padrão para esta fase e, dos 22 aos 42 dias, alimentas com dietas formul (mais) adas com dois níveis de PB (17,0 e 19,5%) e cinco relações LD:PB, correspondendo a 5,9; 6,4; 6,9; 7,4 e 7,9% em relação à ração com 17% de PB e 5,3; 5,7; 6,1; 6,5 e 6,9% em relação à ração com 19,5% de PB, totalizando 10 tratamentos com seis repetições. Aos 42 dias de idade, duas aves de cada repetição foram abatidas para coleta de amostras do músculo peitoral. Não foram encontrados efeitos significativos dos tratamentos sobre as características físicas da carne. Nas características químicas, observou-se efeito significativo no nível de 19,5% de PB, de modo que a PB da carne do peito elevou-se linearmente com o aumento das relações, não sendo constatadas diferenças significativas para as demais características avaliadas. A melhor relação para o nível de 17,0% de PB foi de 5,9%, ou 1,34% de lisina digestível, enquanto, no nível de 19,5% de PB, a relação de 5,3% com nível de 1,03% de lisina digestível apresentou a pior deposição de proteína no músculo do peito. Porém, como as demais variáveis não foram afetadas, a opção de aumentar o teor de lisina digestível para melhorar a PB da carne dependerá do custo desta operação. O nível de proteína na dieta de frangos em crescimento pode ser reduzido até 17,0% de PB, sem afetar a qualidade da carne do peito, utilizando-se o conceito de proteína ideal. Resumo em inglês One hundred Cobb male broiler chickens with 42 days old were used to study the effect of different digestible lysine and crude proteins ratios on chemical composition and physical composition of the breast muscle meat. A completely randomized design and two hierarquic criteries of classification was used. The birds were raised and fed a basal diet until 21 days old and, from 22 to 42 days, they were fed a diet formulated with two crude protein (CP) levels (17.0 and 19.5%) (mais) and five digestible lysine and CP ratios, 5.9, 6.4, 6.9, 7.4 and 7.9% for ration with 17.0% CP and 5.3, 5.7, 6.1, 6.5, and 6.9% for ration with 19.5% CP, totaling 10 treatments with six replications. At 42 age days, two birds of each replicate were slaughtered for breast muscle meat sample collections. No effects were observed on breast muscle meat for the physical characteristics. In the chemical characteristics, effect in the 19.5% CP level was observed, in a way that the protein of the breast meat meat llinearly increased as the digestible lysine and CP ratio increases, not being evidenced differences for the others evaluated characteristic. The best ratio for protein deposition in the breast muscle meat in the 17.0% CP level was 5.9% (1.34% digestible lysine), and the worse in the 19.5% CP level was 5.3% (1.03% digestible lysine). However, as the others characteristic was not affected, the option to increase the digestible lysine content to improve the breast muscle meat protein deposition will depend on the cost of this operation. The protein level in the diet of broiler chickens in growth phase can be reduced up to 17.0% CP, with no effect on breast muscle meat quality of broiler chickens, by using an ideal protein concept.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

Desempenho de codornas de corte EV1 alimentadas com diferentes níveis de lisina na dieta/ Performance of EV1 meat type quail line fed different lysine level diets

Corrêa, G.S.S.; Silva, M.A.; Corrêa, A.B.; Fontes, D.O.; Santos, G.G.; Dionello, N.L.; Wenceslau, R.R.; Felipe, V.P.S.; Ferreira, I.C.; Sousa, J.E.R.
2007-12-01

Resumo em português Estudou-se a exigência de lisina total para a linha EV1 de codornas de corte na fase de crescimento utilizando-se 288 aves, de ambos os sexos, em delineamento experimental inteiramente ao acaso, cujos tratamentos consistiram de dietas com seis níveis de lisina total, 1,4; 1,5; 1,6; 1,7; 1,8 e 1,9%, e quatro repetições de 12 codornas por unidade experimental. Estudaram-se o ganho de peso (g), o peso corporal ao final de cada período (g), o consumo alimentar (g) e a co (mais) nversão alimentar (g de alimento/g de peso) nos períodos inicial (do nascimento ao 21º dia) e total (do nascimento ao 42º dia de idade). No período inicial não se observou efeito do nível de lisina sobre o consumo alimentar, mas houve efeito quadrático sobre o peso corporal, ganho de peso e conversão alimentar, com máximo desempenho nos níveis de 1,74; 1,75 e 1,70% de lisina total, respectivamente. Para o período total houve efeito quadrático do nível de lisina da dieta sobre o peso no 42º dia, ganho de peso, consumo e conversão alimentar, com máximo desempenho das codornas nos níveis de 1,65; 1,65; 1,62 e 1,64% de lisina total, respectivamente. A exigência de lisina total para ganho de peso de machos e fêmeas de codornas de corte do nascimento ao 21º dia foi estimada em 1,75% e do nascimento ao 42º dia, em 1,65% da dieta. Resumo em inglês Total lysine requirements for EV1 meat type quail line, during the growing phase were evaluated in a completely randomized experimental design with four level of lysine (1.4, 1.5, 1.6, 1.8, 1.9%) and four replicates of 12 quails per experimental unit. The recorded traits were weight gain (g), body weight (g), feed intake (g), feed:weight gain ratio (g/g) for the initial (from hatch to 21days of age) and total period (from hatch to 42 days of age). The effects of lysine le (mais) vel on body weight, weight gain and feed:weight gain ratio were quadratic and significant with maximum values estimated for 1.74, 1.75 and 1.70% of total lysine respectively, but no effect on feed intake from hatch to 21 days of age was observed. Significant effects of lysine level on feed intake and feed : weight gain ratio from hatch to 42 days of age and on body at 42 days of age were observed, with maximum values estimated for 1.65, 1.65, 1.62, 1.64% of total lysine in the diets . The total lysine requirements for weight gain (males and females) from hatch to 21 days of age were estimated in 1.75% and from hatch to 42 days of age in 1.65% of the diet.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Desempenho e qualidade dos ovos de poedeiras comerciais alimentadas com rações contendo diferentes níveis de metionina e lisina/ Performance and egg quality of commercial laying hens fed diets with different levels of methionine and lysine

Silva, Mayra Fernanda Rizzo; Faria, Douglas Emygdio de; Rizzoli, Paula Wick; Santos, Andréa Luciana dos; Sakamoto, Márcia Izumi; Souza, Henrique Rosa Baltazar de
2010-10-01

Resumo em português Foram avaliados os efeitos dos níveis de metionina e lisina sobre o desempenho e a qualidade interna e externa dos ovos de poedeiras comerciais. Foram utilizadas 256 poedeiras Hisex White com 68 semanas de idade, alojadas individualmente em delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 4 õ 4, com quatro níveis de lisina (0,482; 0,682; 0,882 e 1,082%) e metionina (0,225; 0,318; 0,411 e 0,505%), totalizando 16 dietas, cada uma com quatro repetições de q (mais) uatro aves. O desempenho foi avaliado por meio das características consumos de ração, lisina, metionina, proteína bruta e de energia, peso, produção e massa de ovos e conversão alimentar. A qualidade interna dos ovos foi avaliada por meio das características peso e porcentagem de albúmen e gema e pela unidade Haugh. As aves apresentaram máxima produção de ovos quando alimentadas com rações contendo 0,444% de metionina total e 0,872% de lisina total. A classificação dos ovos por tipo e as características de qualidade interna e externa dos ovos não foram influenciadas pelos níveis de metionia e lisina da dieta. Resumo em inglês This experiment was carried out to evaluate the effects of levels of methionine and lysine on performance and on the internal and external egg quality of commercial laying hens. It was used 256 Hisex White laying hens at 68 weeks of age, which were individually housed in a complete random design in a 4 õ 4 factorial scheme with four levels of lysine (0.482, 0.682, 0.882, and 1.082%) and of methionine (0.225, 0.318, 0.411, and 0.505%) totaling sixteen diets with four (mais) replicates with four birds each. Performance was evaluated through the following characteristics: feed intake, consumption of lysine, methionine, crude protein and energy, weight, production and mass of eggs and feed conversion. Internal quality of eggs was evaluated through the characteristics of weight and yolk percentage and by Haugh unit. Birds showed maximal egg production when fed rations with 0.444% of total methionine and 0.872% total lysine. Rating of eggs by their types and internal and external quality of eggs were not influenced by levels of methionine and lysine in the diet.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Desempenho, qualidade dos ovos e balanço de nitrogênio de poedeiras comerciais alimentadas com rações contendo diferentes níveis de proteína bruta e lisina/ Performance, egg quality and nitrogen balance of commercial laying hens fed diets with different levels of crude protein and lysine

Silva, Mayra Fernanda Rizzo; Faria, Douglas Emygdio de; Rizzoli, Paula Wick; Santos, Andréa Luciana dos; Sakamoto, Márcia Izumi; Souza, Henrique Rosa Baltazar de
2010-06-01

Resumo em português O experimento foi conduzido para avaliar os efeitos de rações com diferentes níveis de proteína bruta (PB) e lisina sobre as características de desempenho, a qualidade interna dos ovos e o balanço/retenção do nitrogênio. Foram utilizadas 160 poedeiras Hisex White com 48 semanas de idade, alojadas individualmente em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 × 2, com quatro níveis de PB (12, 14, 16 e 18%) e dois de lisina (0,85 e 1,00%), totaliz (mais) ando oito rações com cinco repetições de quatro aves. O consumo de proteína bruta, o peso dos ovos, a massa de ovos e a porcentagem de albúmen apresentam resposta linear crescente aos níveis de PB na dieta. O balanço de nitrogênio não é alterado pelos níveis de proteína das rações. Resumo em inglês The experiment was carried out to evaluate the effects of diets with different levels of crude protein (CP) and lysine (LYS) on characteristics of performance, egg internal quality, and nitrogen balance/retention. It was used 160 Hisex White laying hens at 48 weeks of age, individually accomodated in a complete random design in a 4 × 2 factorial scheme with four levels of crude protein (12, 14, 16 and 18%) and two levels of lysine (0.85 and 1.00%), totalizing eight treat (mais) ments with five replicates of four birds each. Crude protein intake, egg weight, egg mass and percentage of the albumen show increasing linear response to the levels of crude protein in the diet. Nitrogen balance is not altered by the levels of proteins in the diets.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

Exigência de metionina mais cistina, com base no conceito de proteína ideal, em rações para alevinos de tilápia-do-nilo/ Methionine plus cystine requirement, based on ideal protein concept, in diets for Nile tilapia fingerlings

Bomfim, Marcos Antonio Delmondes; Lanna, Eduardo Arruda Teixeira; Donzele, Juarez Lopes; Ferreira, Aloízio Soares; Ribeiro, Felipe Barbosa; Takishita, Sylvia Sanae
2008-05-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar o efeito dos níveis de metionina + cistina digestível, com base no conceito de proteína ideal, em dietas contendo níveis subótimos de lisina digestível (1,40%), foram utilizados 396 alevinos revertidos de tilápia (Oreochromis niloticus), da linhagem tailandesa, com peso inicial de 0,86 ± 0,02 g, em delineamento inteiramente ao acaso, composto de seis tratamentos, seis repetições por tratamento e 11 peixes por unidade experimental. (mais) Os tratamentos consistiram de cinco dietas com diferentes relações metionina + cistina:lisina digestível (59,5; 63,5; 67,5; 71,5 e 75,5%) e relação treonina:lisina digestível de 80,0%; e uma dieta contendo relação metionina + cistina:lisina digestível de 75,5% e treonina:lisina digestível de 85,0%, todas isoenergéticas e isoprotéicas. Os peixes foram alimentados ad libitum, em seis refeições diárias, durante 40 dias. Avaliaram-se os parâmetros de desempenho, a composição corporal, a deposição de proteína e gordura corporais e a eficiência de retenção de nitrogênio dos peixes.O aumento da relação metionina + cistina:lisina da dieta não influenciou as variáveis avaliadas, com exceção dos teores de gordura e umidade corporais, cujos efeitos foram quadráticos e aumentaram e diminuíram, respectivamente, até a relação estimada de 67,0 e 66,7%.Contudo, a elevação da relação treonina:lisina digestível nas dietas com relações metionina + cistina:lisina digestível de 75,5% proporcionou aos peixes melhor conversão alimentar e maior eficiência de retenção de nitrogênio e de utilização da proteína e lisina para ganho.Os níveis totais ou digestíveis de aminoácidos sulfurosos de 0,91 e 0,86%, que correspondem à relação metionina + cistina:lisina total e digestível de 57,2 e 59,5%, respectivamente, foram os que proporcionaram os melhores resultados de desempenho e características de carcaça de alevinos de tilápia-do-nilo. Resumo em inglês Three hundred and ninety six reverted Nile tilapia (Oreochromis niloticus), from Thailand strain, averaging initial weight of 0.86 ± 0.02 g were used to evaluate the effect of feeding methionine plus cystine:lysine levels, based on the ideal protein concept, with deficient levels of digestible lysine (1.40%). The experiment was analyzed as a completely randomized design, with six treatments, six replications by treatment and 11 fishes for experimental unit. The tre (mais) atments consisted of five diets with different ratios of digestible methionine + cystine:lysine (59.5, 63.5, 67.5, 71.5 and 75.5%) and digestible threonine:lysine ratio of 80.0%; and one diet with the digestible methionine plus cystine:lysine ratio of 75.5% and threonine: digestible lysine ratio of 85.0%, all isoenitrogenous and isoprotein. The fishes were fed ad libitum six daily meals during 40 days. Performance parameters, body composition, body protein and fat deposition and nitrogen retention efficiency were evaluated. The increasing dietary digestible methionine plus cystine:lysine ratio did not affect the studied parameters, except for the body fat and humidity content, that showed quadratic effect, with quadratic maximum and minimum at 67.0 and 66.7%, respectively. However, it was observed treatment effect (75.5%) on feed:gain ratio, nitrogen retention efficiency and protein and lysine efficiency for growth. It was concluded that the total or digestible dietary sulfur amino acid level of 0.91 and 0.86%, that correspond to a total and digestible methionine plus cystine:lysine ratio of 57.2 and 59.5%, respectively, provided the best results of performance and carcass characteristics of Nile tilapia fingerlings.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

Exigência de treonina, com base no conceito de proteína ideal, de alevinos de tilápia-do-nilo/ Digestible threonine requirement of Nile tilapia fingerlings using ideal protein concept

Bomfim, Marcos Antonio Delmondes; Lanna, Eduardo Arruda Teixeira; Donzele, Juarez Lopes; Quadros, Moisés; Ribeiro, Felipe Barbosa; Araújo, Wagner Azis Garcia de
2008-12-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito dos níveis de treonina digestível, com base no conceito de proteína ideal, em rações com 1,35% de lisina digestível sobre o desempenho de alevinos de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus). Utilizaram-se 432 alevinos revertidos de tilápia, linhagem tailandesa, com peso inicial de 1,64 ± 0,03 g, em delineamento inteiramente ao acaso, com seis tratamentos, cada um com seis repetições, e doze peixes por unidade experimental. Os tratamentos con (mais) sistiram de cinco rações com diversas relações treonina:lisina digestível (69,0; 74,0; 79,0; 84,0 e 89,0%) e relação metionina + cistina:lisina digestível de 70,0% e uma ração com relação treonina:lisina digestível de 84,0% e de metionina + cistina:lisina digestível de 75,0%, todas isoenergéticas e isoprotéicas. Os peixes foram mantidos em 36 aquários de 130 L, dotados de abastecimento de água, temperatura controlada e aeração individuais, e alimentados à vontade, seis vezes ao dia, durante 30 dias. Avaliaram-se o desempenho, a composição corporal, as deposições de proteína e gordura e a eficiência de retenção de nitrogênio dos peixes. O consumo de ração, o teor de proteína corporal e a deposição de proteína corporal aumentaram de forma linear de acordo com a relação treonina:lisina na ração, contudo, não foram influenciados pelo aumento da relação metionina + cistina:lisina da ração. Os níveis de treonina total ou digestível que proporcionaram os melhores resultados de desempenho em alevinos de tilápia-do-nilo foram de 1,11 e 0,99%, enquanto os níveis que promoveram melhor deposição de proteína corporal foram de 1,43 e 1,28%, que correspondem às relações treonina:lisina total de 71,0 e 69,0% e treonina:lisina digestível de 90,0 e 89,0%. Resumo em inglês The effects of digestible threonine levels, based on ideal protein concept in diets with 1.35% of digestible lysine on Nile tilapia (Oreochromis niloticus) fingerlings performance. Four hundred thirty two reverted Nile tilapia, Thailand strain, with initial weight of 1.64 ± 0.03 g, were allotted to completely randomized design, with six diets and six replications with twelve fishes each. The five diets, isoenergetic isoproteic, consisted of various threonine:digestible l (mais) ysine ratio (69.0, 74.0, 79.0, 84.0, and 89.0%) and methionine + cystine:digestible lysine ratio of 70.0% and one diet with threonine:digestible lysine of 84.0% and methionine + cystine:digestible lysine of 75.0%. The fish were kept in 36 aquariums of 130 L, equipped with water supply, controlled temperature and individual aeration, and ad libitum fed six times a day for 30 days. Performance, body composition, protein and fat depositions and nitrogen retention efficiency of fishes were evaluated. Consumption of feed, body protein content and body protein deposition increased in a linear fashion in accordance to threonine:digestible lysine in the diet, however, was not affected by the increase of dietary methionine + cystine:digestible lysine. Total or digestible threonine levels that provided the best results of performance of Nile tilapia fingerlings were 1.11 and 0.99%, while the levels that promoted better body protein deposition were 1.43 and 1.28%, which correspond to threonine:total lysine ratio of 71.0 and 69.0% and threonine:digestible lysine of 90.0 and 89.0%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Níveis de metionina + cistina digestível para poedeiras leves no período de 42 a 58 semanas de idade/ Digestible methionine + cystine levels for light-weight laying hens from 42 to 58 weeks of age

Brumano, Gladstone; Gomes, Paulo Cezar; Donzele, Juarez Lopes; Rostagno, Horacio Santiago; Rocha, Tatiana Cristina da; Mello, Heloisa Helena de Carvalho
2010-09-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar os níveis de aminoácidos sulfurosos digestíveis para estabelecer a relação ideal metionina + cistina/lisina em rações para poedeiras leves no período de 42 a 58 semanas de idade, 216 aves da marca comercial Hy-Line W36 foram distribuídas em delineamento de blocos casualizados com seis dietas, seis repetições e seis aves por unidade experimental. O nível de lisina utilizado na dieta experimental foi de 0,770% para consumo médio esp (mais) erado de 731 mg/ave/dia de lisina e de 95 g/ave/dia de ração. Os níveis de aminoácidos sulfurosos digestíveis foram obtidos a partir de uma dieta basal deficiente em metionina + cistina digestível (0,65%), suplementada com 0,00; 0,05; 0,10; 0,15; 0,20 e 0,25% de DL-metionina (99,2%), de forma a proporcionar relações metionina + cistina/lisina de 84, 91, 97, 104, 110 e 117%. O período experimental teve duração de 16 semanas e foi subdividido em quatro ciclos de coleta dos ovos, cada um de 28 dias. Houve efeito quadrático dos níveis de 0,826% e 0,775% de metionina + cistina digestível sobre a produção de ovos e a eficiência de utilização de lisina por produção total de ovos, respectivamente. O nível de metionina + cistina digestível considerado exigência para poedeiras leves no período de 42 a 58 semanas de idade foi de 0,775%, que corresponde a consumo de 708 mg/ave/dia de metionina + cistina digestível e relação metionina + cistina/lisina de 101%. Resumo em inglês Aiming at determining levels of digestible sulfurous amino acids to establish the ideal methionine + cystine/lysine relationship in rations for light-weight laying hens in the period from 42 to 58 weeks of age, 216 birds of the commercial brand Hy- Line W36 were distributed in a randomized block design with 6 diets, 6 repetitions and 6 birds per experimental unit. The level of digestible lysine used in the experimental diet was 0.770% for an expected average consumption o (mais) f 731 mg/hen/day of lysine and 95 g/hen/day of ration. Levels of digestible sulfurous amino acids were obtained from a basal diet deficient in digestible methionine + cystine (0.65%), supplemented with 0.00; 0.05, 0.10, 0.15, 0.20 and 0.25% of DL-methionine (99.2%), so to provide a methionine + cystine/lysine relationship of 84, 91, 97, 104, 110 and 117%. The experimental period lasted for 16 weeks and it was subdivided in 4 cycles of egg collection, each one corresponding to 28 days. There was a quadratic effect of the digestible methionine + cistine levels of 0.826% and 0.775% on the egg production and lysine utilization efficiency for total egg production, respectively. The digestible methionine + cystine level considered as a requirement for light-weight laying hens in the period from 42 to 58 weeks of age were 0.775%, corresponding to digestible methionine + cystine consumption of 708 mg/hen/day, and a methionine + cystine/lysine relationship of 101%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Influência do número de animais e tipo de comedouro na unidade experimental sobre as exigências nutricionais e composição de carcaça de suínos em terminação/ Influence of the number of animals and type of feeder in the experimental unit on the nutritional requirement and carcass composition of finishing pigs

Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Ferreira, Aloízio Soares; Marcatti Neto, Alberto; Paula, Eriane de
2009-06-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar os efeitos do número de animais por unidade experimental e do tipo de comedouro sobre as exigências nutricionais e as características de carcaça de suínos dos 60 aos 95 kg. Utilizaram-se 704 suínos, machos castrados, com 59,84 ± 1,67 kg de peso corporal, distribuídos em delineamento experimental em esquema de parcelas subdivididas, com diferentes números de animais por unidade experimental nas parcelas e, nas subparcelas, um esquema fatorial (mais) 2 × 4, com dois tipos de comedouro e quatro níveis de lisina digestível na ração (0,75; 0,85; 0,95% e 1,05%), em delineamento de blocos ao acaso com quatro repetições. Não ocorreu interação significativa entre níveis de lisina, tipo de comedouro e número de animais na unidade experimental para os consumos de ração e de lisina, o ganho de peso e a conversão alimentar. O ganho de peso e o consumo de lisina aumentaram de forma linear com o aumento dos níveis de lisina digestível. A conversão alimentar melhorou de forma linear, contudo o modelo "Linear Response Plateau" foi o que melhor se ajustou aos dados, estimando em 0,96% o nível de lisina digestível, correspondente a um consumo diário de 26,1 g, a partir do qual ocorreu "plateau". O uso de dois animais por unidade experimental proporcionou melhores resultados de ganho de peso e conversão alimentar. Houve interação tipo de comedouro × número de animais na unidade experimental, de modo que o rendimento de carcaça e a quantidade de carne magra reduziram com o uso dos comedouros conjugados com bebedouros nas unidades experimentais com dois animais, mas não variaram com o tipo de comedouro nas unidades experimentais com 20 animais. Suínos dos 60 aos 95 kg exigem, respectivamente, 1,05 e 0,96% de lisina digestível para melhores resultados de ganho de peso e conversão alimentar, independentemente do tipo de comedouro e do número de animais na unidade experimental. Nas unidades experimentais com dois suínos, ocorrem diferenças no desempenho, com maior ganho de peso e melhor conversão alimentar, mas nenhuma alteração significativa nos consumos de ração e de lisina. Resumo em inglês With the objective of evaluating the effects of the number of animals per experimental unit and the type of feeder on the nutritional requirement and carcass characteristics of pigs from 60 to 95 kg, 704 castrated male pigs with initial body weight of 59.84 ± 1.67 kg were used. The animals were distributed in a randomized experimental design subdivided into parcels, with different number of animals per experimental unit (EU) and in the subplots, a 2 × 4 factorial scheme (mais) , with 2 types of feeders and 4 levels of digestible lysine in the diet (0.75, 0.85, 0.95 and 1.05%), in a completely randomized block design with 4 replicates. There was no significant interaction between lysine levels, type of feeder and number of animals per EU on feed intake (DFI), lysine intake (DLI), weight gain (DWG) and feed conversion (FC). It was verified that DWG and DLI increased linearly with increased digestible lysine levels. It was verified that FC improved linearly, although the "Linear Response Plateau" model was the best that adjusted to the data, estimating in 0.96% the level of digestible lysine, corresponding to a daily consumption of 26.1g after the start of the "plateau". The use of two animals/EU provided better DWG and FC results. An interaction between the type of feeder and the number of animals per EU was observed, the carcass gain (CG) and the lean meat quantity (LMQ) were reduced with the use of feeders conjugated with nipple drinkers in the EU with two animals; however, no variation was observed with the type of feeder when the EU presented 20 animals. It could be concluded that pigs from 60 to 95 kg require, respectively 1.05 and 0.96% of digestible lysine for better DWG and FC performance, regardless of type of feeder and number of animals per EU; and in the EU with two pigs, the animals show changes on their performance, increasing DWG and improving FC, without significant changes on DFI and DLI.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

96

Planos de nutrição para leitoas com alto potencial genético para deposição de carne magra dos 65 aos 105 kg/ Nutrition plans for gilts with high genetic potential for lean meat gain from 65 to 105 kg

Kill, João Luís; Donzele, Juarez Lopes; Oliveira, Rita Flávia Miranda de; Ferreira, Aloízio Soares; Lopes, Darci Clementino; Silva, Francisco Carlos de Oliveira; Silva, Marcos Vinícius Gualberto Barbosa da
2003-12-01

Resumo em português Para avaliar o efeito dos planos de nutrição, com base em níveis de lisina, sobre o desempenho e as características de carcaça de leitoas em terminação, utilizaram-se 96 leitoas híbridas comerciais de alto potencial genético para deposição de carne magra, com peso médio inicial de 65,93 ± 2,78 kg e final de 105,50 ± 2,18 kg. Os animais foram distribuídos em um delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro tratamentos (planos de nutrição), doze (mais) repetições e dois animais por baia, considerada a unidade experimental. Os tratamentos consistiram de planos nutricionais (estabelecidos por níveis seqüenciais de lisina) para duas diferentes faixas de peso, 65 a 95 kg e 95 a 105 kg. As rações foram isoenergéticas e os níveis de lisina foram obtidos variando a proporção entre o milho e o farelo de soja da ração. Não foi observado efeito dos tratamentos sobre o ganho de peso diário e sobre o consumo de ração diário. Houve efeito dos planos de nutrição sobre a conversão alimentar, sendo que o plano 3 propiciou melhora de 7,86% em relação ao plano 1, não diferindo dos demais. O consumo de lisina aumentou de acordo com a elevação dos níveis de lisina dos planos de nutrição. No plano 4, o consumo de lisina foi superior em 25,43%, em relação aos demais planos. Não houve diferença dos planos de nutrição sobre a taxa de conversão em músculo, conversão alimentar em músculo, comprimento de carcaça, espessura de toucinho na região entre a última e a penúltima vértebra lombar, a espessura de toucinho a 6,5 cm da linha dorso-lombar (P2), o rendimento de carcaça, o rendimento de carne magra, o rendimento de gordura e sobre o rendimento de pernil. O estudo da análise econômica indicou que o plano de nutrição 2, proporcionou o melhor retorno econômico sobre o custo da ração. Portanto, conclui-se que o plano de nutrição 3 (1,00 - 0,90% de lisina) proporcionou os melhores resultados de desempenho e características de carcaça. Resumo em inglês Ninety and six crossbred gilts with high genetic potential for lean meat gain, with average initial weight of 65.93 ± 2.78 kg and final weight of 105.50 ± 2.18 kg, were used to evaluate the effect of nutrition plans, based on the effects of lysine levels on the carcass traits of gilts in the finishing phase. A randomized block design, with four treatments, 12 replicates and two animals per box, used as experimental unit, was used. The treatments were constituted of nutr (mais) itional plans (established by sequential lysine levels) for two different weights, from 65 to 95 kg and from 95 to 105 kg. The isoenergy diets and the lysine levels were obtained by changes on dietary corn and soybean proportion. There was no effect of treatments on daily weight gain and daily feed intake. There was effect of nutrition plans on feed:gain ratio, and the nutrition plan 3 showed an increase of 7.86% in relation to nutrition plan 1 and did not differ from the others. Lysine intake increased as the lysine levels of nutrition plans increased. In the nutrition plan 4, lysine intake was 25.43% higher than the other plans. There was no significant difference of nutrition plans on muscle growth ratio, muscle feed:gain ratio, carcass length, backfat thickness in the region between the last and last but one lumbar vertebra, backfat thickness at 6.5 cm from the midline carcass, carcass yield, lean meat yield, fat yield and ham yield. By economic analysis, the nutrition plan 2 showed the best economic return on feed intake. It can be concluded that the nutrition plan 3 (1.00-0.90% lysine) showed the best results of performance and carcass characteristics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

97

Níveis de metionina+cistina digestível em rações para poedeiras leves no período de 24 a 40 semanas de idade/ Digestible methionine + cystine level in meals for light-weight laying hens from 24 to 40 weeks of age

Brumano, Gladstone; Gomes, Paulo Cezar; Donzele, Juarez Lopes; Rostagno, Horacio Santiago; Rocha, Tatiana Cristina da; Almeida, Rodrigo Lopes de
2010-06-01

Resumo em português Objetivou-se determinar os níveis de aminoácidos sulfurosos digestíveis para se estabelecer a relação ideal metionina+cistina:lisina em rações para poedeiras leves no período de 24 a 40 semanas de idade. Utilizaram-se 216 aves Hy-Line W36 em delineamento de blocos casualizados com seis níveis, cada um com seis repetições de seis aves por unidade experimental. Os níveis de aminoácidos sulfurosos digestíveis foram obtidos a partir de uma dieta basal com baixo (mais) nível de metionina+cistina digestível (0,65%) e suplementada com 0,00; 0,05; 0,10; 0,15; 0,20 e 0,25% de DL-metionina 99,2%, de forma a apresentar relações metionina + cistina:lisina de 84, 91, 97, 104, 110 e 117%. O período experimental teve duração de 16 semanas e foi subdividido em quatro subperíodos de coleta dos ovos, cada um com 28 dias de duração. Os níveis de metionina+cistina digestível influenciaram a produção de ovos e a eficiência de utilização de lisina por produção total de ovos, atingindo um platô em 0,811 e em 0,772% de metionina+cistina digestível, respectivamente. O nível de metionina+cistina digestível considerado exigência para poedeiras leves no período de 24 a 40 semanas de idade é de 0,772%, que corresponde a consumo de 682 mg/ave/dia de metionina+cistina digestível e a relação metionina+cistina:lisina de 100%. Resumo em inglês The objective of this work was to determine digestible sulfurous amino acids levels to establish the ideal methionine+cystine:lysine relationships in meals of light-weight laying hens in the period from 24 to 40 weeks of age. It was used 216 Hy-Line W36 birds distributed in a randomized block design with 6 levels each one with 6 repetitions and 6 birds per experimental unit. The digestible sulfurous amino acids levels were obtained from a basal diet with low levels of dig (mais) estible metionin+cistine (0.65%) supplemented with 0.00; 0.05; 0.10; 0.15; 0.20 and 0.25% of DL-methionine (99.2%) to provide a relationship methionine+cystine:lysine of 84, 91, 97, 104, 110 and 117%. The experimental period lasted 16 weeks and it was subdivided in 4 subperiods of collection of the eggs, each one corresponding to 28 days. Levels of digestible methionine+cistine affected egg production and lysine utilization efficiency per total egg production, reaching a plateau in 0.811 and 0.772% of digestible methionine+cistine, respectively. The digestible methionine+cystine level considered as a requirement for light-weight laying hens in the period from 24 to 40 weeks of age is of 0.772%, corresponding to digestible methionine+cystine consumption of 682 mg/hen/day, and the relationship methionine+cystine:lysine of 100%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

98

Farinha de vísceras de aves em rações para a tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus L.) durante a fase de reversão sexual/ Poultry meal by-products in diets for Nile tilapia (Oreochromis niloticus L.) in the reversion phase

Boscolo, Wilson Rogério; Meurer, Fábio; Feiden, Aldi; Hayashi, Carmino; Reidel, Adilson; Genteline, André Luis
2005-04-01

Resumo em português Neste trabalho, objetivou-se avaliar o desempenho, a sobrevivência e a efetividade de reversão de larvas de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus L.) alimentadas com rações contendo níveis crescentes de inclusão de farinha de vísceras de aves (FVA). Utilizou-se 500 larvas de tilápia do Nilo com dois dias de idade, distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e cinco repetições, sendo a unidade experimental constituída por um (mais) aquário de 30 L com 20 larvas. Foram elaboradas cinco rações com cinco níveis de inclusão de FVA ( 0; 20; 40, 60% e 60% mais lisina sintética). Foram elaboradas rações isocalóricas, isocálcicas, isofosfóricas e isoprotéicas, com 60mg de a-metiltestosterona/kg, 38,6% de proteína digestível e 3.700 kcal de energia digestível/kg, de modo que a ração com inclusão de lisina foi isoaminoacídica para lisina em relação à ração sem a inclusão de FVA. O arraçoamento foi realizado quatro vezes ao dia, ad libitum. Ao final, foram avaliadas as médias de peso final (PF), comprimento total (CT), sobrevivência (SO) e efetividade de reversão (ER). Foi observado aumento linear no PF e CT com o aumento da inclusão da FVA na ração, enquanto, para SO, a ração sem FVA foi inferior às demais. As rações sem inclusão de FVA e com 20% de inclusão de lisina proporcionaram PF e CT médios inferiores e somente a ração sem FVA foi inferior para SO. Conclui-se que a FVA pode ser utilizada em rações para a tilápia do Nilo durante a reversão sexual. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the performance, survival and effectiveness of reversion of Nile tilapia fry (Oreochromis niloticus L.) fed with rations containing growing levels of inclusion of poultry by products (FVA). Five hundred Nile tilapia fry were used with two days of age, allotted to a completely randomized design with five treatments and five replications, and the experimental unit an aquarium 30 L with 20 fry. Five rations were elaborated with leve (mais) ls of inclusion of FVA 0; 20; 40, 60% and one of 60% of FVA plus synthetic lysine supplementation. The rations were isocalorics, isocalcics, isofosforics and isoproteic, with 60 mg of a-metiltestosterona/kg, 38.6% of digestible protein and 3700 kcal of digestible energy/kg; the ration with lysine inclusion was isoaminoacidic for lysine in relation to the ration without inclusion of FVA. The ad libitum feeding was made four times a day. At the end of the experimental period, it was evaluated the final weight (PF), total length (CT), survival (SO) and reversion effectiveness (ER). A linear increase was observed for PF and CT with the increase of the inclusion of FVA in the ration. However, for SO the ration without FVA was inferior to the others.Rations without inclusion of FVA and with inclusion of 20% of lysine showed PF and CT medium inferiior and only the ration without FVA was inferior for SO. Concluding, FVA could be used in rations for the Nile tilapia during the sexual reversion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

99

Metanálise dos níveis de ractopamina em dietas para suínos em terminação/ Meta-analysis of the ractopamine levels in diets for finishing pigs

Kiefer, Charles; Sanches, Josilene Figueiredo
2009-06-01

Resumo em português Foi realizada uma metanálise para avaliar o desempenho e as características de carcaça de suínos em terminação alimentados com rações contendo ractopamina. Utilizaram-se resultados de 18 experimentos com 2.991 animais e 4 tratamentos, constituídos dos níveis de 0, 5, 10 e 20 ppm de ractopamina. Foram analisados o desempenho e as características quantitativas da carcaça. A duração dos períodos experimentais foi de 28 ± 0,32 dias e os pesos inicial e final f (mais) oram de 74,7 ± 10,9 kg e 107,6 ± 9,7 kg, respectivamente. Não houve efeito dos níveis de ractopamina sobre o consumo de ração, o peso de carcaça quente, o comprimento de carcaça e a espessura de toucinho. Os níveis de ractopamina influenciaram o ganho de peso, a conversão alimentar, o rendimento de carcaça, a porcentagem de carne magra da carcaça e a área de olho-de-lombo. Houve efeito linear dos níveis de lisina sobre o ganho de peso, a conversão alimentar, o peso de carcaça quente, a espessura de toucinho e a porcentagem de carne magra nos suínos alimentados com rações contendo 20 ppm de ractopamina. A área de olho-de-lombo dos suínos alimentados com rações contendo 10 e 20 ppm de ractopamina variou de forma quadrática com os níveis de lisina. As demais variáveis não foram influenciadas pelos níveis de lisina. O nível de 15 ppm de ractopamina otimiza o desempenho dos suínos, enquanto o de 20 ppm de ractopamina melhora as características quantitativas de carcaça. O ganho de peso, a espessura de toucinho e o percentual de carne magra na carcaça de suínos alimentados com rações contendo ractopamina melhoram com o nível de 1,0% de lisina digestível verdadeira. Resumo em inglês A meta-analytical study was conducted to evaluate the performance and characteristics of the carcass of finishing pigs fed with diets containing ractopamine. Eighteen experiments containing four treatments and 2.991 animals were used. The treatments were composed of 0, 5, 10 and 20 ppm of ractopamine levels. The variables of performance and the quantitative characteristics of the carcass were analyzed. The average duration of the experimental periods was 28 ± 0.32 days. (mais) The average initial and final weights were 74.7 ± 10.9 kg and 107.6 ± 9.7 kg, respectively. No effect of ractopamine levels on the feed intake, hot carcass weight, carcass length and backfat depth was observed. The ractopamine levels influenced the weight gain, the feed:gain ratio, the dressing percent, the lean meat percentage of the carcass and the loin eye area. A linear effect was verified from the lysine levels of the weight gain, gain:feed ratio, hot carcass weight, backfat depth and lean meat percentage of pigs feed diet with 20 ppm of ractopamine. Effect from the loin eye area in function from the lysine levels in the diets containing 10 and 20 ppm of ractopamine was observed. Most of the variables was not influenced by the lysine levels. Levels of 15 ppm of ractopamine optimize the swine performance, while levels of 20 ppm of ractopamine optimize the quantitative carcass characteristics. Weight gain, backfat depth and lean meat carcass percent of swine fed diets containing ractopamine are optimized with 1.0% of true digestible lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

100

Efeito da adição de precursores na produção de alcaloide anticancerígeno usando a técnica de planejamento experimental/ Effect of the precursor addition on the anticancer alkaloid production using experimental design methodology

Justo, Oselys Rodriguez; Haber-Perez, Victor; Viana, Cláudia de Oliveira; Alegre, Ranulfo Monte
2009-01-01

Resumo em inglês The effect of precursors on the anticancer alkaloid production by submerged fermentation using M. anisopliae 3935 was studied, according to complete experimental design 2² with three central points. The results showed that lysine was the most important variable, however, when both lysine and glucose were added to the fermentation medium, the alkaloid production reached, approximately, 17 mg L-1 after 120 hours of fermentation. Then, the scale-up of the process was carrie (mais) d out and these results were confirmed. Finally, 35 mg L-1 of alkaloid at 192 h were attained after increment of added aminoacid lysine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)