Sample records for lithology
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 8 shown.



2

Modelagem numérica do efeito sismoelétrico em meios 2D

Vanzeler, Francisco; Priimenko, Viatcheslav
2009-03-01

Resumo em português Este trabalho utiliza as equações dos fenômenos poroelástico-eletromagnéticos acoplados para simular pelo método das diferenças finitas no domínio do tempo as respostas sismoelétricas de modelos porosos saturados bidimensionais. As fontes sísmicas são do tipo explosivo com freqüência de corte 100 Hz.Os receptores foram localizados na direção horizontal e na vertical. Foram simulados cinco modelos porosos heterogêneos cujas respostas serviram para definir o (mais) s tipos de interfaces que geram sinais sismoelétricos, as dimensões mínimas da heterogeneidade para detectabilidade sismoelétrica e o raio de investigação máxima. Observou-se resposta sismoelétrica irradiada em interfaces com contraste de porosidade, salinidade, litologia e fluido óleo-água. Os resultados obtidos sugerem a possibilidade de se planejar uma aquisição sismoelétrica conjuntamente com uma aquisição sísmica de superfície para objetivos rasos ou com uma aquisição sísmica em poço e interpoços para objetivos dentro do raio de investigação máxima. Resumo em inglês This work uses the equations of the coupled poroelastic-electromagnetic phenomena to simulate by finite-difference methods the seismoelectric responses of 2D saturated porous models. The seismic source was of explosive type with frequencies in a seismic range up to 100 Hz. The receivers were arranged in horizontal and vertical positions. Several heterogeneous porous models were simulated to define the interface type enabling the generation of seismoelectric signals, the m (mais) inimum dimension of heterogeneity that is possible to detect and the maximum investigation range of seismoelectric tools. The seismoelectric response was observed at interface of porosity, salinity, lithology and oil-water contact. These results provided a quantitative base for planning of seismoelectric acquisition jointly with surface seismic, well and interwell seismic tools for targets inside of the investigation range.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Desenvolvimento de uma Abordagem para a Definição de Funcionalidades a Privilegiar por Zona Homogénea/ Development of a Framework for the Definition of Functionalities to Consider per Homogeneous Zone/ Développement d'un Abordage pour la Définition de Fonctionnalités à Privilégier pour la Zone Homogène

Ferreira, Alfredo Gonçalves; Gonçalves, Ana Cristina; Dias, Susana Saraiva
2008-06-01

Resumo em português No âmbito dos planos regionais de ordenamento florestal foram identificadas zonas homogéneas, com base nas unidades de paisagem definidas por >Abreu et al. (2004), tendo a sua homogeneidade sido confirmada em função das zonas ecológicas de ALBUQUERQUE (1954), da altimetria e forma de relevo, da litologia e das características diagnóstico do solo. Em cada uma destas zonas foram hierarquizadas cinco funcionalidades atribuídas aos espaços florestais; produção, sil (mais) vopastorícia e caça, protecção, conservação e recreio. A metodologia de hierarquização das funcionalidades por zona homogénea teve como base um algoritmo, de base estatística, que toma como parâmetros, para cada zona homogénea, a área ocupada, a média e o desvio padrão do valor de cada funcionalidade e o produto da média pela área. As diferentes funcionalidades coexistem no mesmo território revelando complementaridade, contribuindo assim, para a sustentabilidade dos sistemas de multi-benefício, onde preponderam espécies mediterrânicas. Resumo em inglês In the frame of the regional forest planning plans, homogeneous zones were identified, based on the landscape units defined by Abreu et al. (2004), being their homogeneity confirmed as function of the ecological zones of ALBUQUERQUE (1954), altimetry, relief form, lithology and soil diagnosis characteristics. In each of these zones the five functionalities assigned, namely production, range grazing and game, protection, conservation and recreation, were ranked. The method (mais) ology of functionality ranking per homogeneous zone is an algorithm, of statistical basis, which takes into account as parameters the occupied area, the average and the standard deviation per functionality and the product of the average by the area. The different functionalities coexist in the same territory revealing complementarities, contributing thus to the multi-benefit systems sustainability, where Mediterranean species are preponderate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Mineralogia e formas de potássio e magnésio em diferentes classes de pesos e tamanhos da fração areia de solos do Triângulo Mineiro/ Mineralogy and forms of K and Mg in different weight and size classes of sand fraction of Triângulo Mineiro soils, Minas Gerais State, Brazil

Melo, V. F.; Ribeiro, A. N.; Maschio, P. A.; Corrêa, G. F.; Lima, V. C.
2004-04-01

Resumo em português O presente trabalho objetivou estudar a distribuição da reserva de K e Mg nas diferentes classes da fração areia de solos do Triângulo Mineiro, destacando-se o potencial de liberação de formas não-trocáveis e estruturais destes nutrientes para as plantas. A seleção do local de amostragem foi definida com base nas diferenças entre os materiais de origem (Grupo Bauru, Araxá, São Bento e Coberturas Detrítico-Lateríticas Terciárias), estádio de desenvolvimen (mais) to dos solos e representação espacial das litologias. Amostras da fração areia dos solos foram separadas em areia leve (AL) e pesada (AP) com uso do bromofórmio (densidade 2,8 g cm-3) e, por meio de um conjunto de peneiras, a fração AL foi separada em cinco classes diferentes: areia muito grossa (AMG), areia grossa (AG), areia média (AM), areia fina (AF) e areia muito fina (AMF). Os teores totais e não-trocáveis de K e Mg foram obtidos após digestão das amostras com HF, HNO3 e H2SO4 concentrados e com HNO3 1 mol L-1 fervente, respectivamente. Na caracterização mineralógica da fração areia, utilizou-se a difração de raios-X. A fração areia dos solos é composta basicamente por quartzo, com predomínio de minerais leves e de menor tamanho (AF e AMF). Em geral, os difratogramas de raios-X da fração areia apresentaram apenas reflexões discretas de minerais primários fontes de nutrientes (MPFN), como mica e feldspato. Dentro da AL, os maiores teores de K e Mg totais foram advindos das frações mais finas (AF e AMF), tendo a fração AM apresentado a menor liberação de formas não-trocáveis destes nutrientes. Observou-se que solos com teores totais elevados de K e Mg na fração areia, geralmente, apresentaram maior capacidade de liberação de parte desses nutrientes para a solução do solo, atribuída à maior presença de MPFN. A fração areia dos solos originados de arenito da Formação Uberaba e de migmatito/micaxisto do Grupo Araxá apresentaram as maiores reservas e liberação de K e Mg. Resumo em inglês The objective of this work was to study the distribution of K and Mg reserve in different sand fraction classes of soils from the Triângulo Mineiro region (Minas Gerais state, Brazil), emphasizing the potential to release non-exchangeable and structural forms of these nutrients to plants. Sites were chosen for sampling based on the different parent materials (sandstone - Bauru Group, Granite - Araxá Group, basalt - São Bento Group and sediments - Detritic-Lateritic-Ter (mais) tiary Cover), weathering degree, and spatial lithology representation. Samples of sand fraction were separated according to their weight (heavy sand-AP and light sand-AL) using bromoform (d = 2.8 g cm-3). The AL fraction was separated in five size groups (very coarse sand-AMG, coarse sand-AG, medium sand-AM, fine sand-AF, and very fine sand-AMF) using a set of sieves. The total and non-exchangeable K and Mg concentration were determined after wet digestion of samples with a HF + HNO3 + H2SO4 mixture and boiling 1 mol L-1 HNO3, respectively. The mineralogy of the sand fraction was characterized by X-ray diffraction. The sand fraction of the soils were mainly composed of quartz with a predominance of light and fine minerals (AF and AMF). In general, X-ray difractograms indicated the presence of very low contents of primary minerals that are source of nutrients (MPFN), such as mica and feldspar. In the light sand fraction, the finest fractions (AF and AMF) were responsible for the highest total K and Mg contents, while the lowest non-exchangeable K and Mg release was observed for the AM fraction. It was observed a close relationship between the total K and Mg contents in the sand fraction and the capacity to release these nutrients to the soil solution was observed, which was attributed to the larger concentration of MPFN. The sand fraction of sandstone-developed soils (Uberaba Formation) and granite (Araxá Group) presented the largest reserve and release of K and Mg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Deficiências de magnésio em solos e culturas do Norte de Portugal/ Magnesium deficiencies in soils and crops in Northern Portugal

Portela, E.; Louzada, J.
2007-07-01

Resumo em português Diversos estudos realizados no Norte de Portugal têm alertado para a ocorrência de carências de magnésio ou para a possibilidade de deficiente nutrição magnesiana nalgumas culturas. A partir de Julho-Agosto, pode observar-se a sintomatologia de carência de Mg em diversas zonas daquela região em culturas como o milho, em arbóreas e arbustivas, e ainda em espécies florestais. Em Trás-os-Montes e Alto Douro e no Entre-Douro e Minho, as deficiências de Mg nas cult (mais) uras têm-se observado sobretudo em solos desenvolvidos em xistos do Silúrico e do Ordovício, em xistos do Precâmbrico e Câmbrico do complexo Xistograuváquico e em solos provenientes de granitos predominantemente alcalinos de duas micas. Nas formações silúricas, ordovícias e do complexo Xisto-grauváquico dominam as seguintes litologias: quartzofilitos feldspáticos, filitos, micaxistos, xistos grafitosos, ampelitos, liditos, psamitos, grauvaques, siltitos e, ainda, quartzitos xistóides e quartzitos. As unidades-solo onde, frequentemente, se tem observado baixas concentrações foliares de Mg, ou mesmo sintomas da carência de Mg são: os Cambissolos e Leptossolos úmbricos; os Cambissolos e Leptossolos dístricos; os Regossolos úmbricos; os Fluvissolos dístricos e úmbricos; e, ainda, os Antrossolos úmbricos, cumúlicos e áricos. Alguns dos dados aqui apresentados foram coligidos, não só em estudos em que o principal objectivo foi o da confirmação da deficiência de Mg, mas também em levantamentos do estado nutritivo de diversas culturas. Na maioria dos estudos utilizou-se como método de diagnóstico as concentrações foliares de Mg, mas também foram identificadas razões entre nutrientes, nomeadamente Mg/N e Mg/K, associadas à carência de Mg. Nalguns deles determinou-se o limiar a partir do qual se observaram as deficiências de Mg. Em quase todos os trabalhos se encontraram correlações entre as concentrações foliares de Mg e diversos parâmetros químicos do solo, como os teores de Mg2+ na solução do solo e o Mg2+ de troca, com as razões Mg2+/K+, Mg2+/Ca2+, Mg2+/Ca2+ + Mg2+, Mg2+/Ca2+ + Mg2+ + K+, Mg2+/CTC, Mg2+/NH4+ e Mg2+/Al3++H+, ou com o efeito combinado destas razões. A carência de Mg parece ser clássica em solos ácidos provenientes de material originário pobre em Mg, mas também pode ser despoletada por factores locais, ou por práticas culturais desajustadas. Resumo em inglês Several studies carried out in Northern Portugal have drawn attention to the occurrence of magnesium deficiencies or deficient Mg nutrition in different crops. From July-August onwards symptoms of Mg deficiency can be observed in certain areas of this region in maize, fruit crops, fruit-trees and forest species. In the Trás-os-Montes and Alto Douro region and in the Entre-Douro and Minho region, Mg deficiencies in crops have been detected predominantly in soils located o (mais) n schists of the Siluric and Ordovician, on schists of Precambrian and Cambrian of the Schist and Greywacke complex, and soils derived from two-mica alkaline granite. The following lithology is found in the schists and in the Schist and Greywacke complex: feldspar quartz-phyllites, phyllites, micaschists, graphytic slates, siltstones, ampelites, lydites, psamites, greywackes, phyllito-quartzites and quartzites. The soil units where low foliar Mg concentrations or visible Mg deficiencies in crops more often observed are: Dystric and Umbric Leptosols, Umbric Regosols, Dystric and Umbric Cambisols, Dystric and Umbric Fluvisols, Umbric and Aric Anthrosols and Cumulic Anthrosols. Some of the data presented here were gathered from studies where the main purpose was the confirmation of Mg deficiencies and surveys to assess the nutritional status of various crops. The majority of the studies used, as a diagnostic tool, both the foliar Mg concentrations and, in some cases, the nutrient ratios Mg/N and Mg/K. In some studies, the threshold values for the occurrence of Mg deficiencies were determined. Most studies showed correlations between foliar Mg concentrations and several soil chemical parameters, such as soil solution Mg2+, exchangeable Mg2+, ratios between exchangeable cations Mg2+/K+, Mg2+/Ca2+, Mg2+/Ca2+ + Mg2+, Mg2+/Ca2+ + Mg2++K+, Mg2+/CTC, Mg2+/NH4+ and Mg2+/Al3++H+ or the combination of some of these ratios. Mg deficiency seems to be a classic problem in acid soils derived from parent material poor in Mg, but it can also be triggered by local factors or by inappropriate management practices.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

O método transiente eletromagnético (tem) aplicado ao imageamento geoelétrico da bacia de resende (RJ, Brasil)

Santos, Hans Schmidt; Flexor, Jean Marie
2008-12-01

Resumo em português Este trabalho aborda a aplicação do método geofísico Transiente Eletromagnético (TEM - no domínio do tempo) na região da Bacia de Resende, Rio de Janeiro, Brasil. Nesta bacia, foi efetuado em 2001, um levantamento geofísico de 88 sondagens visando contribuir para o conhecimento do potencial hidrogeológico da região. Como esta área é densamente povoada e industrializada, a presença de ruído eletromagnético tende a dificultar a utilização do método. Os dad (mais) os foram interpretados utilizando um algoritmo de inversão 1-D, que exprime o decaimento da voltagem induzida em termos de resistividade com a profundidade. Os valores da resistividade mostram a existência de camadas superficiais altamente condutivas (~5Ω.m) e o valor de 200Ω.m para uma resistividade de transição que corresponde ao embasamento geoelétrico, sendo adotada com base em dados litológicos e estratigráficos da bacia com um ajuste fino calibrado na inversão 3-D de dados gravimétricos. A partir das inversões 1-D foi construída uma imagem geoelétrica da geometria do embasamento. Apesar das propriedades físicas envolvidas (densidade e resistividade) não terem nenhuma relação física entre si, a topografia do embasamento gravimétrico foi utilizada para obter, por interpolação, profundidades que não foram atingidas pelo sinal produzido no método TEM. A superfície geoelétrica final tem uma topografia que pode ser considerada como representativa do embasamento da bacia. Deste modo, a utilização do método TEM na Bacia de Resende permitiu estimar os limites laterais e propor também limites em profundidades para o embasamento geoelétrico. Além disso, o imageamento geoelétrico resultante mostra distintamente a existência de três áreas: um alto estrutural central ladeado por dois baixos estruturais (depocentros), um ao leste e outro ao oeste da bacia. Resumo em inglês This work presents an application of the Transient Electromagnetic geophysical method in the area of Basin of Resende, Rio de Janeiro, Brazil. ln this basin, it was made in 2001, a geophysical survey of 88 soundings seeking to contribute for the knowledge of the hydrogeological potential of the area. This area is densely industrialized, so noise tends to hinder the use of the method. The data were interpreted using an 1-D inversion algorithm where the resistivity in depth (mais) is estimated from the induced voltage time decay. Surface shows highly conductive layers (~5Ω.m) and the value of 200Ω.m for the transition resistivity coresponding to the geoelectric basement was suggested from lithology and stratigraphy data of the basin together with a fine adjustment gauged in the 3-D gravity model of the basin. From the 1-D inversion we built up a pseudo-3D geoelectric image of the basement geometry. Despite the physical properties involved (density and resistivity) does not have any relationship between them, the topography of a previous gravity basement was used to estimate depths that were not reached by the TEM signal. The resulting surface has a topography which is assumed be representative of the basin's basement. So, the use the TEM method in Basin of Resende allowed to estimate the lateral limits of the basin and to propose limits in depth. Three areas can be depicted: a structural high flanked by two structural lows (depocenters), one to east and the other to west of the basin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Inversão unidimensional de perfis geofísicos de indução na caracterização dos turbiditos da Bacia de Almada - BA

Carrasco, Alfredo M. V.; Tomaso, Kledson; Carrasquilla, Antonio Abel González
2003-12-01

Resumo em português Neste trabalho, foi desenvolvido um algoritmo de inversão unidimensional baseado na técnica dos mínimos quadrados amortecidos, para interpretar dados geofísicos de perfis de indução. O objetivo consistiu na caracterização de um sistema geológico de turbiditos, utilizando um esquema de inversão, para interpretar os dados de resistividade aparente obtidos na perfilagem de poço na Bacia de Almada, no Sul do Estado da Bahia. O problema direto, por outro lado, consi (mais) ste na solução matemática exata da resposta eletromagnética de um meio estratificado atravessado por um poço. Para validar a interpretação, foi utilizada a descrição geológica de testemunhos e amostras de calha conjuntamente com informação de perfis de raios gama. Desta forma, foi possível descrever os valores de resistividades e espessuras para cada camada ao longo do poço, assim como o desvio entre os dados experimentais e os do modelo final e o erro de ajuste. Resumo em inglês In this work, we developed an one-dimensional inverse algorithm, based in the dumped least square technique, to interpret electromagnetic induction geophysical well log data. The goal was the characterization of a turbidite geological system. Thus, the forward problem consists in the exact mathematical solution of the electromagnetic response of a stratified media crossed by a borehole. The inversion scheme was used to interpret apparent resistivity data obtained in a bor (mais) ehole drilled in a turbidity outcrop of Almada Basin, South Bahia State/Brazil. To validate our interpretation, geologists described the lithology from samples obtained and also using gamma ray log. With the developed algorithm, it was possible to describe the resistivity and thickness of the main layers along the well, besides the bias between final model and experimental data and the fitting error. Although we know that one-dimensional inversion is very unstable, it has some advantages, as a rapidly convergence when initial model is close the correct model.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Caracterização de solos altimontanos em dois transectos no Parque Estadual do Ibitipoca (MG)/ Characterization of highland soils along two transects in the Ibitipoca State Park, Minas Gerais State

Dias, H. C. T.; Schaefer, C. E. G. R.; Fernandes Filho, E. I.; Oliveira, A. P.; Michel, R. F. M.; Lemos Jr., J. B.
2003-06-01

Resumo em português Pouco se conhece sobre a diversidade de solos em ambientes altimontanos do Brasil apesar da acentuada valorização ecoturística atual. Foram estudados atributos químicos, físicos, mineralógicos e micromorfológicos de dez perfis de solos altimontanos em dois transectos do domínio quartzítico do Parque Estadual do Ibitipoca, em MG, relacionando-os com a pedogênese nos diferentes pedoambientes. Nesse local, a formação dos solos é mais influenciada por elementos l (mais) ito-estruturais (presença de rochas xistosas ou quartzíticas, falhas e fraturas) do que por variações topográficas. Os solos estudados são álicos, com saturação por Al superior a 60 % em superfície, eletronegativos e com acentuado distrofismo. A CTC é quase exclusivamente atribuível à fração orgânica, em virtude da atividade muito baixa da fração argila dos solos. Os resultados indicaram a presença destacada de formas pouco cristalinas de Fe, comuns em complexos rupestres de altitude, onde o acúmulo de carbono orgânico inibe a cristalização de óxidos de Fe ou Al. Os solos são cauliníticos, inclusive o Espodossolo Ferrocárbico, e alguns perfis evidenciam a ocorrência de minerais 2:1 do grupo das ilitas/micas e vermiculitas com hidróxi-entrecamadas (VHE), denotando a resistência desses minerais em condições de acentuado intemperismo de micas, presentes no quartzito. Análises micromorfológicas do Espodossolo mostram feições típicas do processo de podzolização: predomínio de grãos minerais quartzosos entremeados de fragmentos polimórficos de matéria orgânica em superfície, microestrutura em grãos simples com recobrimentos em Bh e Bs. Observou-se a presença de "ortstein" no horizonte espódico (Bs), formado por material organomineral ou mineral, monomórfico e fraturado, com Al, Si e Fe amorfos, co-precipitados. As feições micropedológicas do Bs são semelhantes às de horizontes plácicos, com duas gerações de deposição ferruginosa: uma mais avermelhada (ferridrita-hematita) e outra xantizada (goethita). O plasma intergranular do horizonte espódico apresenta zonas plásmicas diferenciadas, uma mais aluminosa, de composição caulinítica, e outra mais ferruginosa, rica em sílica, revelando uma participação de sílica coloidal amorfa na cimentação dos "ortstein" (ou horizontes plácicos) em associação ao cimento ferruginoso, no Espodossolo. Resumo em inglês Little is known about the soil diversity of Brazilian highland regions, despite their recent upgrading in view of the ecotouristic potential of some areas. Chemical, mineralogical and micromorphological attributes of ten soil profiles along two transects in the quartzitic domains of the Ibitipoca State Park, Minas Gerais State, Brazil, were studied in relation to their pedogenesis. At local level, soil formation is more closely associated with litho-structural elements (l (mais) ithology, faults and fractures), than with topographical variations. The soils are Al-saturated (> 60% at the surface), negatively charged, and markedly dystrophic. The existing CEC is almost entirely attributable to the organic matter contribution, in view of the very low clay fraction activity. Results revealed the marked presence of low crystallinity Fe-forms, commonly found in high altitude vegetation, where organic matter accumulation inhibits Fe and Al oxide crystallization. All soils are kaolinitic, even the ferrocarbic Spodosol, and some contain 2:1 clays such as illite and hydroxy-interlayered vermiculite, indicating their resistance to weathering under the present pedoenvironmental conditions. Micromorphological analyses of the Spodosol presented typical features of a podzolization process: predominant quartz grain interbedded between polymorphic organic matter aggregates at the surface, single grain structure and presence of "ortstein" in the spodic horizon (Bs), formed by organic-mineral and mineral materials, monomorphic and fractured, with co-precipitated amorphous Al, Si and Fe. The micropedological features of the spodic Bs are similar to those of the "placic" horizon, with two depositional ferruginous covers; one reddish-brown (ferridrite and hematite) and the other yellowish (goethite). The intergranular plasma of the spodic horizon comprises two different plasmic zones: one of kaolinitic composition with a higher aluminium content, and a ferruginous one, richer in silica, suggesting an amorphous silica participation in the Fe-cemented ortstein (or placic) horizon of the Spodosol.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)