Sample records for linseed oil
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 17 shown.



1

Influência do óleo de linhaça sobre o desempenho e a qualidade dos ovos de poedeiras semipesadas/ Influence of linseed oil on performance and egg quality of semi-heavy laying hens

Costa, Fernando Guilherme Perazzo; Souza, Janete Gouveia de; Silva, José Humberto Vilar da; Rabello, Carlos Bôa-Viagem; Goulart, Cláudia de Castro; Lima Neto, Raul da Cunha
2008-05-01

Resumo em português O experimento foi conduzido para avaliar a influência da adição de óleo de linhaça em substituição ao óleo de soja em rações para poedeiras semipesadas sobre o desempenho e a qualidade interna e externa dos ovos. Utilizaram-se 192 poedeiras da linhagem Bovans Godline com 29 semanas de idade, distribuídas em seis tratamentos, que consistiram de uma dieta controle (sem óleo vegetal) e de cinco dietas contendo 0,0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0% de óleo de linhaça em sub (mais) stituição, respectivamente, a 100, 75, 50, 25 ou 0% do óleo de soja. Avaliaram-se a produção (PROD), o peso (PO) e a massa de ovo (MO), as conversões por massa (CMO) e por dúzia de ovos (CDZ), os pesos e as porcentagens de albúmen, gema e casca, a gravidade específica, os teores de matéria seca, cinzas e proteína do albúmen e da gema e o teor de colesterol e a coloração da gema. A produção, o peso do ovo, a massa de ovo e as conversões por massa e por dúzia de ovos, bem como a qualidade interna e externa dos ovos, não foram influenciados pelos níveis de óleo de linhaça na ração. Do mesmo modo, não houve efeito da inclusão de óleo de linhaça sobre a composição química dos ovos e somente a coloração da gema foi intensificada quando utilizados níveis acima de 1% de óleo de linhaça na dieta. A adição de até 2% de óleo de linhaça na ração não altera o desempenho de poedeiras semipesadas nem a qualidade interna e externa e o teor de colesterol dos ovos. Resumo em inglês This experiment was carried out to evaluate the influence of the linseed oil addition in replacement of soybean oil in laying hens diets on performance and internal and external egg quality. A total of 192 laying hens Bovans Godline line with 29 week-old, were distributed to six treatments, that consisted of a control diet (without vegetal oil) and of five diets containing 2% of linseed oil in replacement of 0, 25, 50, 75 and 100% of soybean oil, generating levels of 0.0, (mais) 0.5, 1.0, 1.5 and 2.0 % of linseed oil in the diets. The evaluated parameters were: production (PROD), egg weight (EW) and mass (EM), feed:egg mass ratio (FEM) and feed:egg dozen ratio (FED), albumen, yolk and shell weights and percentages, specific gravity, albumen and yolk dry matter, ashes and protein, yolk cholesterol and coloration. The production , EW, EM, FEM and FED, as for internal and external egg quality, were not influenced by the linseed oil levels in the diet. Likewise, no effect was observed on egg chemical composition and only yolk coloration was intensified with the levels above 1% of linseed oil in the diet. The addition of up to 2% f linseed oil on diet did not alter the performance on semi-heavy laying hens, and the internal and external egg quality and cholesterol.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Desempenho produtivo e qualidade da carne de frangos alimentados com ração contendo óleo de linhaça/ Yield performance and meat quality of broilers fed diets with linseed oil

Murakami, Karline Tikae Tani; Pinto, Marcos Franke; Ponsano, Elisa Helena Giglio; Garcia Neto, Manoel
2010-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da utilização de óleo de linhaça, em substituição ao óleo de soja, sobre a produtividade e a qualidade da carne de frangos de corte de ambos os sexos. Foram utilizadas 320 aves, em um arranjo fatorial 4x2 - quatro combinações dos períodos de fornecimento de óleo de soja e óleo de linhaça e dois sexos - e quatro repetições. O desempenho produtivo foi avaliado por pesagens da ração e das aves com 1, 21, 42 dias (mais) e no momento do abate, aos 49 dias de idade. Após o abate, foi avaliado o rendimento de carcaça e sua composição: cortes, vísceras e gordura abdominal. Foram determinados os teores de lipídeos totais, umidade e colesterol da carne. A dieta contendo óleo de linhaça melhorou a qualidade nutricional da fração lipídica da carne de frango, mas prejudicou o desempenho produtivo das aves. Resumo em inglês The objective of this work was to assess the effect of linseed oil as a substitute to soybean oil on yield performance and meat traits of broilers of both sexes. Three hundred and twenty birds were raised in a 4x2 factorial arrangement, consisting of four receiving periods combinations of soybean oil and linseed oil and two sexes, with four replications. Yield performance was evaluated by weighting feed and broilers aging 1, 21, 42 and 49 days, when they were slaughtered. (mais) After slaughtering, carcass yield and composition in main cuts, viscera and abdominal fat were quantified. Total lipids, moisture and cholesterol contents in meat were determined. Linseed diets improved the nutritional quality of the lipid fraction of broilers meat but were harmful to broilers performance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Avaliação do potencial antioxidante e extração subcrítica do óleo de linhaça/ Evaluation of the antioxidant potential and sub-critical extraction of linseed oil

Galvão, Elisângela Lopes; Silva, Débora Cristina Fernandes da; Silva, Jamile Oliveira da; Moreira, Ana Vládia Bandeira; Sousa, Elisa Maria Bittencourt Dutra de
2008-09-01

Resumo em português As sementes de linhaça são ricas em ácidos graxos essenciais, fibras e compostos fenólicos, que exercem atividade antioxidante. O presente trabalho propôs a obtenção do óleo de linhaça a partir de diferentes métodos de extração (solvente orgânico e com CO2 subcrítico), a observação da presença de compostos com potencial antioxidante nas sementes, utilizando a Cromatografia em Camada Delgada (CCD) e ainda, a avaliação da efetividade através da co-oxida� (mais) �ão de substratos do sistema β-caroteno/ácido linoléico. Para a CCD, foram utilizados os reveladores β-caroteno/ácido linoléico e cloreto férrico/ferricianeto de potássio. Para a atividade antioxidante foram feitas medidas espectrofotométricas de soluções contendo o sistema oxidante β-caroteno/ácido linoléico, com leituras a cada 15 minutos/2 horas. Em todos os extratos evidenciou-se a presença de compostos fenólicos antioxidantes, contudo, o extrato aquoso apresentou melhor atividade antioxidante nos volumes de 100 e 200 µL. O processo que apresentou maior rendimento foi a extração com Solvente Orgânico (SO), com o éter etílico como solvente (25,89%). Resumo em inglês Linseeds are rich in essential fatty acids, fibers and phenolic compounds, which have antioxidant activity. This work proposed obtaining linseed oil through different extraction methods (organic solvent and sub-critical CO2), observing the presence of compounds with antioxidant potential in the seeds through Thin-Layer Chromatography (TLC) and evaluating the co-oxidation of substrates of the β-carotene/linoleic acid system. For TLC, the detection reagents β-caro (mais) tene/linoleic acid and ferric chloride/potassium ferricyanide were used. For antioxidant activity, spectrophotometric measurements of solutions containing the oxidant system β-carotene/linoleic acid were made, with readings every 15 minutes/2 hours. The presence of phenolic antioxidant compounds was evidenced in all extracts; however, the aqueous extract presented greater antioxidant activity in the volumes of 100 and 200 µL. The highest extraction yield was obtained through organic solvent extraction, with ethyl ether as solvent (25.89%).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Efeito do consumo de óleo de linhaça e de vitamina E no desempenho e nas características de carcaças de frangos de corte/ Effect of linseed oil and vitamin E consumption on poultry performance and carcass traits

Almeida, A.P.S.; Pinto, M.F.; Poloni, L.B.; Ponsano, E.H.G.; Garcia Neto, M.
2009-06-01

Resumo em português Foi avaliado o efeito da utilização de óleo de linhaça na ração, em substituição ao óleo de soja em diferentes proporções, e de vitamina E, até o nível de 400mg/kg de ração, sobre o desempenho e a composição de carcaça de frangos de corte. O desempenho produtivo foi avaliado com base em pesagens das aves e da ração aos 21 e 49 dias de idade. No 49º dia, as aves foram abatidas, e os rendimentos de carcaça e dos principais cortes comerciais e a porcent (mais) agem de vísceras e de gordura abdominal foram avaliados. A composição da fração oleosa da ração, de forma geral, não interferiu nos parâmetros de desempenho avaliados (P>0,05). Os machos consumiram mais ração e ganharam mais peso que as fêmeas (P Resumo em inglês The effect of the utilization of linseed oil at different concentrations in poultry feed instead of soy oil and the effect of vitamin E administration up to 400mg/kg feed on performance and carcass traits of broilers was investigated. Productive parameters were determined by weighting birds and rations at 21 and 49 days of experiment. Broilers were slaughtered on the 49th day of the experiment for the evaluation of yields of carcass and main cuts, percentages of viscera a (mais) nd abdominal fat. The oil composition of rations did not influence the performance of the broilers (P>0.05). Male broilers had higher feed consumption and weight gain (P0.05).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Efeito da inclusão de óleo de linhaça sobre a composição lipídica e a concentração de prostaglandina (PGE2) em ossos longos de frangos de corte/ Effect of linseed oil inclusion on fatty acid profile and prostaglandin (PGE2) concentration in broiler chicken long bones

Garcia, Elis Regina de Moraes; Murakami, Alice Eiko; Matsushita, Makoto; Dalalio, Márcia Machado de Oliveira; Della-Rosa, Valter Augusto; Fernandes, Jovanir Inês Müller
2009-07-01

Resumo em português O objetivo com este trabalho foi avaliar o perfil de ácidos graxos e a concentração de prostaglandina na tíbia de frangos de corte alimentados com rações contendo óleo de linhaça no período de 1 a 42 dias de idade. Nas fases inicial e de crescimento (1 a 21 dias e 22 a 42 dias, respectivamente), foi adotado um delineamento inteiramente casualizado com 4 tratamentos (2,0; 3,5; 5,0 ou 6,5% de óleo de linhaça), 6 repetições e 50 aves/unidade experimental. No per (mais) íodo de 1 a 42 dias de idade, o perfil lipídico das rações refletiu sobre o perfil de ácidos graxos dos ossos. O aumento do nível de óleo de linhaça às rações promoveu redução linear da concentração do ácido graxo 20:4n-6 nas células ósseas, porém com menor intensidade ao longo da idade. As concentrações dos ácidos graxos poliinsaturados ômega 3 (EPA ácido eicosapentaenóico, DPA docosapentaenóico e DHA docosahexaenóico) nas células ósseas reduziram no decorrer da idade das aves, contudo, esse efeito do óleo de linhaça foi menos intenso para o EPA e DHA. A concentração de prostaglandina determinada no sobrenadante das células ósseas não foi influenciada pelos níveis de óleo de linhaça aos 21 e 42 dias de idade. A adição de 5,17 e 6,5% de óleo de linhaça às rações mostrou-se efetiva em potencializar a incorporação dos ácidos graxos 18:3n-3 e 20:5n-3 nos ossos dos frangos, respectivamente, no período de 1 a 42 dias de idade. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the fatty acid profile and PGE2 concentration in tibia of broiler chickens fed on diets with different linseed oil (LO) levels from one to 42 days of age. At the initial and growing phases (1 to 21 days and 22 to 42 days of age, respectively) a completely randomized design was used with four treatments, six replications and 50 birds per experimental unit. The birds were fed diets with different linseed oil levels (2.0; 3.5; 5.0 (mais) and 6.5%). It was observed in the period from 1 to 42 days of age that the diet fatty acid profile reflected on the bone fatty acid profile. The increase in the amount of linseed oil in the diets promoted a linear reduction of 20:4n-6 in the linseed oil concentration in the bone cells, but lower over time. The eicosapentaenoic acid (EPA), docosapentaenoic acid (DPA) and docosahexaenoic acid (DHA) concentrations decreased in bone cells concentrations decreased in bone cells with birds age, but the effect of adding linseed oil to the diets was less intense for EPA and DHA. The bone PGE2 concentration was not influenced by the linseed oil levels in the diets, in the period from 22 to 42 days of age. Diet with addition of 5.17% and 6.5% linseed oil was effective to enhance the incorporation of 18:3n-3 and 20:5n-3 in broiler chicken bones, respectively, in the period from 1 to 42 days of age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Efeito da inclusão de óleo de linhaça nas rações sobre o desempenho e os parâmetros ósseos de frangos de corte/ Effect of linseed oil inclusion in diets on the performance and bone parameters of broiler chickens

Murakami, Alice Eiko; Garcia, Elis Regina de Moraes; Martins, Elias Nunes; Moreira, Ivan; Scapinello, Claudio; Oliveira, Andréia Fróes Galuci de
2009-07-01

Resumo em português O objetivo neste trabalho foi avaliar o desempenho e os parâmetros ósseos de frangos de corte alimentados com rações contendo diferentes níveis de óleo de linhaça no período de 1 a 42 dias de idade. Nas fases inicial e de crescimento (1 a 21 dias e 22 a 42 dias, respectivamente), foi adotado delineamento inteiramente casualizado com 4 níveis de óleo de linhaça (2,0; 3,5; 5,0 ou 6,5%), 6 repetições e 50 aves/unidade experimental. Os níveis de óleo de linhaç (mais) a tiveram efeito linear crescente sobre o diâmetro e o peso absoluto da tíbia, mas não influenciaram o peso do fêmur. Os dados revelaram interação idade e nível de óleo de linhaça para o índice de Seedor, comprovando que os efeitos positivos e negativos dos maiores níveis de óleo de linhaça observados para o fêmur e a tíbia, respectivamente, aumentaram no final da fase de crescimento. Os parâmetros de crescimento e qualidade do fêmur e da tíbia apresentaram comportamento cúbico, decorrente da idade. Os níveis de óleo de linhaça e a idade tiveram efeito quadrático sobre o peso das cinzas do fêmur. A concentração de cinzas foi positivamente influenciada pelos níveis de óleo de linhaça nas rações, contudo, os melhores resultados foram evidenciados a partir dos 28 dias. A resistência óssea não foi influenciada pela ingestão de óleo de linhaça, mas sofreu efeito cúbico da idade. Verificou-se interação significativa idade × nível de óleo de linhaça para a densidade mineral óssea, e que os melhores efeitos do óleo ocorrem na fase inicial de criação das aves. Rações contendo 6,5% de óleo de linhaça são benéficas para o crescimento e a mineralização dos ossos longos de frangos de corte. Resumo em inglês This study aimed to evaluate the performance and bone parameters of broiler chickens fed on diets with different linseed oil (LO) levels from 1 to 42 days of age. At the initial and growing phases (1 to 21 days and 22 to 42 days of age, respectively) a completely randomized design was used with four linseed oil levels (2.0, 3.5, 5.0 or 6.5%), six replicates and 50 birds per experimental unit. The birds were fed diets with different linseed oil levels (2.0; 3.5; 5.0 and 6. (mais) 5%). A linear effect of linseed oil was observed on tibia absolute diameter and weight but the femur was not influenced by linseed oil inclusion in the diet. Data revealed significant interaction between age and linseed oil levels for the Seedor index, demonstrating that the positive and negative effects of the highest linseed oil levels observed for femur and tibia, respectively, increased at the end of the growth phase. The femur and tibia growth and quality parameters presented cubic performance in function of age. The inclusion of linseed oil and age showed a quadratic effect on the femur ash weight. The ash concentration was positively influenced by the levels of linseed oil in the diets but the best results were shown after 28 days. The bone strength was not influenced by the different linseed oil levels, but showed cubic performance in function of age. However, there was significant age × linseed oil level interaction for bone mineral density, so that the best results with linseed oil addition were observed at the initial rearing stage of the birds. It was concluded that diets with 6.5% linseed oil are beneficial to growth and mineralization of long bones in broiler chickens.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Relação entre teores de colesterol em filés de tilápias e níveis de óleo de linhaça na ração/ Relationship between content of cholesterol in filets of tilapias and levels of linseed oil ration

Visentainer, Jesuí Vergílio; Saldanha, Tatiana; Bragagnolo, Neura; Franco, Maria Regina Bueno
2005-06-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi investigar o efeito de rações contendo diferentes níveis de óleo de linhaça no teor de colesterol e na composição centesimal (umidade, cinza, proteína e lipídios totais) de filés de tilápia. A determinação do colesterol foi realizada através de cromatográfica líquida de alta eficiência (CLAE). Esta metodologia foi avaliada no presente trabalho mostrando-se exata e precisa. Os teores de colesterol variaram de 58,3 a 75,5mg/100 (mais) g de tecido muscular, sendo que a inclusão de óleo de linhaça em um nível de até 3,75% favoreceu a diminuição dos valores de colesterol nos filés de tilápia. No entanto, os níveis de colesterol foram próximos a outras espécies de peixes. Na composição centesimal não houve diferença significativa entre os diferentes tratamentos. Desta forma, a utilização de óleo de linhaça não apresentou influência na composição dos constituintes analisados. Resumo em inglês The objective of this study was to investigate the effect of fish feed containing different levels of linseed oil on the cholesterol content and proximate composition (moisture, ash, protein and total lipids) of tilapia fillets. The cholesterol content was determined using high performance liquid chromatography (HPLC), the methodology being evaluated and validated and shown to be exact and precise. The cholesterol contents varied from 58 to 76mg/100g of muscle tissue, the (mais) inclusion of linseed oil up to a level of 3.75% favoring a decrease in the cholesterol content of the tilapia fillets, although the levels continued to be similar to those of other fish. There was no significant difference between the treatments with respect to the proximate composition. Thus the use of linseed oil presented no influence on the composition of the constituents analyzed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Valor nutricional de alimentos para suínos determinado na Universidade Federal de Lavras/ Nutritional value of feedstuffs for pigs determined at the University of Lavras

Santos, Zuleide Alves de Souza; Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de; Fialho, Elias Tadeu; Rodrigues, Paulo Borges; Lima, José Augusto de Freitas; Carellos, Douglas de Carvalho; Branco, Patricia Azevedo Castelo; Cantarelli, Vinicius de Souza
2005-02-01

Resumo em português Foram conduzidos seis ensaios de metabolismo no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) no ano de 2002, com objetivo de avaliar a composição química e nutricional de 8 alimentos protéicos e 10 energéticos. Para o primeiro ensaio, foram selecionados animais de peso-vivo médio de 40,4 kg, sendo analisado o farelo de algodão, soja micronizada, farelo de soja, farelo de linhaça, farinha de pâncreas suíno, farinha de vísceras suína, milho (mais) comum, milheto em grão e moído, resíduo de bolacha, óleo de canola, óleo de linhaça, óleo de soja, gordura de coco e gordura suína. Para o segundo ensaio, foram selecionados animais de 50,2 kg e foi analisado o farelo de amendoim e milho QPM. Um total de 72 suínos machos, castrados e mestiços (Landrace x Large White), foram utilizados nos ensaios, e a metodologia adotada foi a da coleta total de fezes e urina. Desta forma, cada alimento foi testado em três repetições. Os valores obtidos de coeficiente de digestibilidade da proteína bruta (CDPB), valores de energia digestível (ED) e energia metabolizável (EM) para os alimentos protéicos de origem vegetal foram 66,2%, 2480 kcal/kg, 2190 kcal/kg, para farelo de algodão; 77,73%, 2365 kcal/kg, 2289 kcal/kg, para o farelo de girassol; 72,3%, 2880 kcal/kg, 2580 kcal/kg para farelo de linhaça; 86,5%, 3430 kcal, 3360 kcal/kg para farelo de soja 46% proteína bruta; 86,8%, 4580 kcal/kg, 4350 kcal/kg para soja micronizada; 81,2%, 3292 kcal/kg, 3146 kcal/kg para o farelo de amendoim. Para os alimentos protéicos de origem animal foram 47,3%, 3470 kcal/kg, 3310 kcal/kg para farinha de pâncreas suína; 81,3%, 3660 kcal/kg, 3535 kcal/kg para farinha de vísceras suína. Para os alimentos energéticos de origem vegetal foram 84,4%, 3220 kcal/kg, 3185 kcal/kg para a farinha de bolacha; 85,3%, 3480 kcal, 3320 kcal/kg para o milho moído; 81,2%, 3308 kcal/kg; 3257 kcal/kg para o milho QPM; 86,2%, 3213 kcal/kg, 3048 kcal/kg para o milheto moído; 83,5%, 3123 kcal/kg, 2950 kcal /kg para o milheto em grão inteiro. Para óleos e gorduras os valores de energia digestível (ED) e energia metabolizável (EM) foram 8630 kcal/kg, 8340 kcal/kg para o óleo de canola; 8380 kcal/kg, 8220 kcal/kg para o óleo de linhaça; 8670 kcal/kg, 8340 kcal/kg para o óleo de soja; 8110 kcal/kg, 7960 kcal/kg para a gordura de coco; 8630 kcal/kg, 8280 kcal/kg para a gordura suína. De uma maneira geral, os dados analisados mostram variações na composição química, digestibilidade e valores energéticos dos alimentos, em relação aos citados nas tabelas brasileiras e estrangeiras, e valores citados por outras pesquisas referenciadas nas literaturas consultadas. Os valores obtidos no presente trabalho, além de fornecerem subsídios para aumentar as informações do banco de dados como forma de contribuir na elaboração de uma tabela nacional de alimentos para suínos, também poderão possibilitar melhorias técnicas para a formulação de rações para suínos. Resumo em inglês Six metabolism trials were conducted in the Animal Science Department at University of Lavras- (UFLA) with the objective to evaluate the chemical and nutritional composition of 8 protein and 10 energetic feeds utilized in swine rations. In the first metabolism assay , the pigs of means of 40.4 kg were utilized and the feeds cotton meal, micronized soybean, soybean meal, linseed meal, swine pancreas meal, swine viscera meal, common corn, ground and grain millet, backery re (mais) sidue, canola oil, linseed oil, soybean oil, coconut fat and swine fat were analyzed. In the second assa, the pigs with means of 50.2 kg were utilized and the feeds as peanuts meal and QPM corn were analyzed. All over the metabolism assays , a total of 72 barrows from crossbred (Landrace x Large White) were used, the methodology of the total collection of feces and urine were utilized. This way each feeds were tested in three replicates. The values of crude protein digestibility coefficient (CPDC), digestible energy (DE) and metabolizable energy (ME) for the proteic feeds from vegetal by-products were 66,2%, 2480 Kcal/kg, 2190 Kcal/kg for cottonseed meal; 77,3%, 2365 Kcal/kg, 2289 Kcal/kg for sun flower meal; 72,3%, 2880 Kcal/kg, 2580 Kcal/kg for linseed meal; 86,5%,3430 Kcal/kg., 3360 Kcal/kg for soybean meal 46% of crude protein; 86,8.8%, 4580 Kcal/kg, 4359 Kcal/kg for micronized soybean; 81,2% 3292 Kcal/kg, 3146 Kcal/kg for peanuts meal. For the protein feeds from animal by-products were 47,3%, 3470 Kcal/kg, 3310 Kcal/kg for swine pancreas meal; 81,3%, 3660 Kcal/kg, 3550 Kcal/kg for swine viscera meal. For the energetic feed from vegetal by-product were 84,4%, 3220 Kcal/kg, 3185 Kcal/kg for biscuit meal; 85,3%, 3480 Kcal/kg, 3320 Kcal/kg for ground corn; 81.2%, 3308 Kcal/kg; 3257 Kcal/kg for QPM corn; 86.2%, 3213 Kcal/kg, 3048 Kcal/kg for ground millet; 83.5%, 3123 Kcal/kg, 2950 Kcal/kg for whole grain millet. For both oils and fats, the values of digestible energy (DE) and metabolizable energy (ME) were 8630 Kcal/kg, 8340 Kcal/kg for canola oil; 8380 Kcal/kg, 8220 Kcal/kg for linseed oil; 8670 Kcal/kg, 8340 Kcal/kg for soybean oil 8110 Kcal/kg , 7960 Kcal/kg for coconut fat; 8360 Kcal/kg, 8280 Kcal/kg for swine fat. In general, the data analyzed shown variations in the chemical composition, digestibility and energetic values of the feeds relative to those cited in the Brazilian and foreign tables and values reported by other researchers. The value obtained, in addition to furnishing subsides to increase information for data bank relative to the making of table for national swine feed table also will be able to contribute to tecnal improvement in formulating swine rations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Fontes de lipídios na dieta de poedeiras: desempenho produtivo e qualidade dos ovos/ Lipids sources on layer hen diet: performance and egg quality

Oliveira, D.D.; Baião, N.C.; Cançado, S.V.; Figueiredo, T.C.; Lara, L.J.C.; Lana, A.M.Q.
2010-06-01

Resumo em português Os efeitos de fontes de lipídios na dieta de poedeiras sobre o desempenho produtivo e a qualidade do ovo foram verificados em dois experimentos. Foram utilizados quatro tratamentos, definidos de acordo com a fonte lipídica adicionada nas rações: óleo de soja, óleo de girassol, óleo de linhaça e ração controle (sem adição de óleo). Os experimentos foram realizados com poedeiras de 20 e 54 semanas de idade, respectivamente, com duração de oito semanas. Avalia (mais) ram-se os parâmetros produtivos - consumo de ração, conversão alimentar, produção e peso dos ovos - e de qualidade do ovo - porcentagens de gema, albúmen e casca, sólidos da gema, unidades Haugh, pH do albúmen, e cor da gema. Somente o peso do ovo de poedeiras jovens foi afetado pela inclusão de óleos vegetais na ração. Esses ovos apresentaram maior peso e maior porcentagem de gema que os produzidos pelas poedeiras jovens alimentadas com ração-controle. Concluiu-se que a utilização de diferentes fontes de lipídios na ração de poedeiras não altera o desempenho produtivo e a qualidade interna dos ovos, com exceção do peso do ovo de poedeiras novas, que aumenta com a utilização de óleos vegetais. Resumo em inglês The effects of different sources of fat in the diet of layer hens on performance and egg quality were recorded in two experiments. Four treatments were defined by the lipid source added to the diets: soybean oil, sunflower oil, linseed oil and control diet (without oil added). The experiments were carried out with layers from 20 to 54 weeks of age, respectively, for eight weeks. Production parameters (feed intake, feed conversion, egg production, and egg weight) and quali (mais) ty of eggs (percentages of yolk, albumen, and shell; total solids of yolk; Haugh units; pH of albumen; and yolk color) were evaluated. Among the parameters of production and quality of the eggs, only the weight of eggs and percentage of yolk of young hens were affected by the inclusion of vegetable oils in the diet. These eggs were significantly heavier and had higher percentage when compared with the eggs of hens fed the control diet. It was concluded that the utilization of different sources of oils in layers diet did not change performance and egg quality , except egg weigh of young layers, that increased with the utilization of vegetables oils.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Efeito do uso de óleo na dieta sobre a lipogênese e o perfil lipídico de tilápias-do-nilo/ Effect of different oils in the diet on lipogenesis and the lipid profile of nile tilapias

Ribeiro, Paula Adriane Perez; Logato, Priscila Vieira Rosa; Paula, Daniella Aparecida de Jesús; Costa, Adriano Carvalho; Murgas, Luis David Solis; Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
2008-08-01

Resumo em português Trinta e cinco machos de tilápia com peso médio de 205 g foram mantidos em caixas de 250 litros para avaliar o metabolismo lipídico de tilápias-do-nilo (Oreochromis niloticus). O experimento foi conduzido durante 30 dias, entre os meses de outubro e novembro de 2006. Foram avaliadas cinco dietas, cada uma contendo óleo de oliva, óleo de milho, óleo de soja, óleo de linhaça ou óleo de peixe. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (mais) e sete repetições. Avaliaram-se a composição química, o perfil lipídico muscular e a atividade hepática de glicose-6-P desidrogenase (G6PD) e enzima málica. Os dados foram submetidos à análise de variância com médias comparadas pelo teste de Scott-Knott (5%). Não houve diferenças significativas para os teores de umidade e cinzas, porém, foram observadas alterações nos teores de lipídios e proteína nos peixes alimentados com as rações contendo óleo de oliva, milho ou soja. O fornecimento de dietas ricas em ácidos graxos poliinsaturados aumentou a composição desses ácidos graxos nos peixes. A atividade da G6PD foi superior à da enzima málica e foi mais alta nos animais alimentados com rações contendo óleos de oliva, milho ou soja, o que evidencia maior deposição lipídica muscular nesses peixes. Resumo em inglês A total of 35 males of Nile tilapia, averaging initial weight of 205 g, were maintained in five 250 L metabolism boxes to evaluate the lipid metabolism of Nile tilapias (Oreochromis niloticus). The experiment lasted 30 days, from October to November 2006. The treatments were: control diet plus olive oil; control diet plus corn oil; control diet plus soybean oil; control diet plus linseed oil; control diet plus fish oil. The experiment was in a completely randomized design (mais) with five treatments and seven replicates. The evaluated parameters were: fatty acid profile of the muscle tissue and hepatic activity of glucose-6-phosphate dehydrogenase (G6PD) and malic enzyme (ME). The data were submitted to variance analysis and the means of the treatments were compared by Scott-Knott's test (5% of significance). The fish fed on a diet rich in polyunsaturated fatty acids presented increased contents of such fat acids in their lipid muscle composition. The hepatic activity of G6PD was superior to that of ME, being higher in the specimen fed rations containing olive, corn and soybean oil, thus, evidencing the highest lipid muscle deposition of these fish.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Efeito da inclusão de diferentes tipos de óleo na dieta de varrões sobre a qualidade do sêmen "in natura"/ Effect of the inclusion of different types of oil in the diet of boars on the quality of semen "in natura"

Oliveira, Silvio Luiz de; Fialho, Elias Tadeu; Murgas, Luis David Solis; Freitas, José Augusto de; Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de; Zangeronimo, Márcio Gilberto
2006-12-01

Resumo em português O experimento foi realizado no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras-MG, com o objetivo de avaliar o desempenho reprodutivo de varrões alimentados com rações suplementadas com diferentes tipos de óleos como fontes de ácidos graxos essenciais. Foram utilizados 24 suínos híbridos (AGPIC 337), machos inteiros, com peso inicial médio de 152,7 kg, em um delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro tratamentos (T1 = controle; T2 = 3% ó (mais) leo de linhaça; T3 = 3% óleo comercial PUFA® e T4 = 3% de óleo de peixe) e seis repetições, com um animal por unidade experimental. As rações foram isoenergéticas e isoprotéicas, formuladas à base de milho e farelo de soja. As variáveis analisadas foram parâmetros seminais como motilidade, vigor, volume, concentração, número total de células e anomalias espermáticas, avaliadas entre a quarta e a décima primeira semana do início do fornecimento das rações aos animais. Não houve diferenças significativas entre os tratamentos para motilidade, concentração e anormalidades espermáticas totais (P>0,05), exceto para alteração de cauda (P Resumo em inglês The experiment was conducted at Animal Science Department of University of Lavras-MG, with the objective to evaluate the quality of semem in natura of boars fed with rations supplemented with different sources of oils as sources of essential fat acids. Twenty four hybrid boars (AGPIC 337) were used, with initial average weight of 152,7 kg, assigned into a randomized complete blocks design, with four treatments (T1 = control; T2 = 3% linseed oil; T3 = 3% commercial oil PUF (mais) A® and T4 = 3% of fish oil) and six repetitions, being each animal as a experimental unit. The diets were isoenergetics and isoproteics, formulated with corn and soybean meal. The analyzed variables were seminal parameters as mobility, vigor, volume, concentration, total number of cells and anomalies spermatic, valued between four and eleventh week of the experimental period. The data showed any significant differences among the treatments for the motility, concentration and total anomalies spermatic (P>0,05), except for alteration of tail (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Avaliação de óleos, carvão vegetal e vitamina E no desempenho e nas concentrações lipídicas do sangue e dos ovos de poedeiras/ Evaluation of oil, vegetal charcoal and E vitamin on performance and on blood and egg lipid concentrations of laying hens

Fanchiotti, Flavia Escapini; Moraes, George Henrique Kling de; Barbosa, Anderson de Almeida; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Cecon, Paulo Roberto; Moura, Adolpho Marlon Antoniol de
2010-12-01

Resumo em português Foram estudados os efeitos de duas fontes de óleo vegetal, de carvão e de vitamina E sobre o desempenho e os níveis lipídicos do sangue e dos ovos de poedeiras comerciais. Utilizaram-se poedeiras Lohmann Brown e Lohmann LSL com 58 semanas de idade. O experimento teve duração de 84 dias, divididos em três períodos de 28 dias, e foi realizado em delineamento inteiramente casualizado em esquema de parcelas subdivididas, tendo nas parcelas um esquema fatorial 8 x 2, c (mais) om oito dietas e duas marcas comerciais, e nas subparcelas os períodos. Para avaliação das características produtivas, colesterol total, triglicérides e HDL sanguíneos, utilizaram-se quatro repetições de seis aves por unidade experimental e, para determinação do colesterol total das gemas, duas repetições. As dietas foram acrescidas de 2,0% de óleo de soja ou de linhaça em combinação ou não com vitamina E (60 mg/kg de ração) e/ou carvão (2,0%). Os resultados não evidenciaram diferenças entre as dietas experimentais sobre as variáveis de desempenho. Consumo de ração, espessura da casca, colesterol total e triglicerídios no sangue foram influenciados pelas marcas comerciais e peso médio dos ovos, espessura da casca, colesterol total e triglicerídios no sangue, pelos períodos experimentais. O uso de óleos vegetais, carvão e vitamina E nas dietas experimentais não influencia as características de desempenho nem o perfil lipídico do sangue e de colesterol total da gema dos ovos. Aves Lohmann LSL apresentam maiores consumos de ração e níveis mais altos de colesterol e triglicérides no sangue. Resumo em inglês This experiment was carried out to evaluate the effects of two vegetal oils sources, charcoal and vitamin E on performance and lipid levels in blood and eggs of commercial laying hens. It was used Lohman Brown and Lohman LSL laying hens at 58 weeks of age. The experiment lasted 84 days split in three 28-day periods and it was carried out in a complete random design in a split-plot scheme, in a 8 x 2 factorial scheme in the plots with eight diets an two commercial brands, (mais) and the periods in the subplots. For evaluation of productive characteristics, total cholesterol, blood tryclecydes and HDL, it was used four repetitions of six birds per experimental unit and, for determination of total yolk cholesterol, two repetitions were used. Diets were added with 2% soybean oil or linseed oil combined or not with E vitamin (60 mg/kg ration) and/or charcoal (2%). No diet effects on the performance variables were observed. Commercial strain effects on feed intake, shell thickness, total cholesterol and blood triglycerides and experimental period effects on egg weight, shells thickness, total cholesterol and blood triglycerides were observed. Use of vegetal oil, charcoal and vitamin E in experimental diets do not affect characteristics of performance neither blood lipid and egg yolk total cholesterol profiles. Lohmann LSL birds show higher feed intake and higher levels of cholesterol and triglycerides in the blood.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Fontes de óleo vegetal na dieta de cordeiros em confinamento/ Vegetable oil sources in feedlot lambs

Yamamoto, Sandra Mari; Macedo, Francisco de Assis Fonseca de; Zundt, Marilice; Mexia, Alexandre Agostinho; Sakaguti, Eduardo Shiguero; Rocha, Guilherme Bareia Liberato; Regaçoni, Kelly Cristina Telles; Macedo, Rosa Maria Gomes de
2005-04-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar a ingestão de matéria seca, o ganho de peso diário, a conversão alimentar, o peso vivo ao abate e o período de confinamento em cordeiros Santa Inês puros e ½Dorset ½Santa Inês, alimentados com dietas isoenergéticas (76,59% de NDT) e isoprotéicas (17,48% de PB) contendo diferentes fontes de óleo vegetal (óleos de soja, canola e linhaça) e uma dieta controle (sem inclusão de óleo vegetal). A relação volumoso:concentrado foi (mais) de 30:70 e utilizou-se feno de aveia como volumoso. Realizou-se também um ensaio de digestibilidade, utilizando quatro cordeiros não-castrados, distribuídos em delineamento quadrado latino, avaliando-se ingestão, excreção fecal e digestibilidade total dos nutrientes das rações. A ingestão de matéria seca, expressa em porcentagem do peso vivo, foi menor nos cordeiros que receberam dieta contendo óleo de canola que naqueles que receberam dieta controle. Porém, todas as rações proporcionaram ganhos de peso e conversão alimentar satisfatórios. Os valores de digestibilidade total da matéria seca (76,02%) e matéria orgânica (76,82%) da dieta controle foram superiores aos da dieta contendo óleo de linhaça (72,11% e 72,97%, respectivamente), embora não tenham diferido das dietas contendo óleos de soja (72,94 e 73,71%) e canola (73,45 e 74,25%). A digestibilidade do extrato etéreo foi menor na dieta controle (84,02%), enquanto as demais dietas apresentaram valor médio de 91,98%. Os óleos vegetais reduziram a digestibilidade da matéria seca e da matéria orgânica, não afetando a ingestão e digestão dos demais nutrientes. Resumo em inglês This experiment was carried out to evaluate the dry matter ingestion, average daily gain, feed:gain ratio, live weight at slaughter and days in trial in pure Santa Inês and ½Dorset ½Santa Inês lambs, submitted to isoenergetic (76.59% TDN) and isoprotein (17.48% crude protein) diets with different sources of vegetable oil (soybean oil, canola and linseed) and a control diet (without vegetable oil inclusion). The forage:concentrate ratio was 30:70, and oat h (mais) ay was used as forage. Digestibility analysis was performed, using four no castrated lambs distributed in latin square design, for evaluating ingestion, fecal excretion and total digestibility of the nutrients. The dry matter intake, expresses in percentage of the live weight, was smaller in the lambs that received diet with canola oil in relation to those that received control diet. However, all the diets provided satisfactory average weight gain and feed:gain ratio. The dry matter (76.02%) and organic matter (76.82%) total digestibility values of the control diet were higher than diet with linseed oil (72.11% and 72.97%, respectively), although they have not difference of the diets with soybean (72.94 and 73.71%) and canola oils (73.45 and 74.25%) and these did not differ of the diet with linseed oil. Digestibility of ether extract was smaller in the control diet (84.02%), while the other diets showed average value of 91.98%. The vegetable oils reduced the digestibility of dry and organic matter, not affecting the digestion of the other nutrients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Determinação da energia metabolizável de diferentes alimentos testados em codornas japonesas fêmeas/ Metabolizable energy for different foodstuffs tested in japanese female quails

Oliveira, N.T.E.; Fonseca, J.B.; Soares, R.T.R.N.; Lombardi, C.T.; Mercadante, M.B.
2007-02-01

Resumo em português Determinaram-se os valores de energia metabolizável aparente (EMA) e energia metabolizável aparente corrigida por retenção de nitrogênio (EMAn) de sete alimentos testados em dietas para codornas japonesas. Utilizaram-se 280 codornas japonesas (Coturnix japonica) fêmeas, com idade inicial de 26 dias, em delineamento experimental inteiramente ao acaso, com cinco repetições e sete codornas por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de sete dietas experiment (mais) ais e uma dieta referência. Cada dieta experimental foi constituída, na base da matéria natural, por 70% da dieta referência e 30% do alimento a ser testado, à exceção da dieta contendo óleo de soja degomado, que substituiu 10% da dieta referência, na base da matéria natural. Os valores de EMA e EMAn (kcal por kg de matéria natural) foram: 3.124 e 3.122 (milho moído), 3.152 e 3.102 (colorífico), 2.980 e 2.947 (quirera de arroz), 8.065 e 7.940 (óleo de soja degomado), 2.633 e 2.651 (farelo de soja), 2.477 e 2.492 (semente de linhaça) e 1.323 e 1.274 (casca + polpa de abacaxi), respectivamente. Resumo em inglês Apparent metabolizable energy (AME) and apparent metabolizable energy corrected for nitrogen retention (AMEn) were determined in seven foodstuffs tested in japanese quail feedings. Two hundred and eighty japanese female quails (Coturnix japonica), twenty-six-days-old were used in a completely randomized experimental design, with five replicates and seven quails per experimental unit. The treatments consisted on seven experimental diets and one reference diet. Each experim (mais) ental diet was constituted, as fed basis, of 70% of the reference diet and 30% of food in test, except for the diet containing soy bean oil without phospholipid, which replaced 10% of the reference diet, as fed basis. The values of AME and AMEn (kcal/kg of fed basis) were: 3.124 and 3.122 (ground corn), 3.152 and 3.102 (spice), 2.980 and 2.947 (broken rice grains), 8.065 and 7.940 (soy bean oil without phospholipids), 2.633 and 2.651 (soybean meal), 2.477 and 2.492 (linseed meal) and 1.323 and 1.274 (peel and pulp of pineapple), respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Desempenho e características de carcaça do escargot francês (Helix aspersa maxima) alimentado com rações contendo diferentes óleos vegetais/ Performance and carcass characteristics of “gros gris” (Helix aspersa maxima) fed with different vegetable oils in diets

Hayashi, Carmino; Soares, Claudemir Martins; Matsushita, Makoto; Galdioli, Eliana Maria; Cocito, Igor Consoni
2004-02-01

Resumo em português Objetivando avaliar a utilização de óleos vegetais de diferentes origens em rações no desempenho e características de carcaça do escargot francês “gros gris” (Helix aspersa maxima), 240 animais com peso inicial médio de 0,11g, foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos e quatro repetições com dez animais cada, em aquários de 12L. As rações foram formuladas de forma a diferirem quanto ao emprego (3 % da ra (mais) ção) dos óleos de soja, canola, girassol, linhaça, arroz e milho. Os valores médios de peso final, conversão alimentar, taxa de eficiência protéica, rendimento de carcaça, percentagem de concha e taxa de sobrevivência dos animais alimentados com as rações com os diferentes óleos não diferiram (p>0,01) entre si. Os teores de umidade, cinza, proteína bruta e lipídeos totais e a relação ácidos graxos poliinsaturados/ácidos graxos saturados da porção comestível dos animais submetidos as diferentes rações não foram influenciados (p>0,05). Entretanto, os animais que receberam dieta com óleo de linhaça apresentaram o melhor (p0,05) nos teores de umidade e cinza das conchas dos animais submetidos às diferentes rações. Por outro lado, os animais que receberam óleo de linhaça tiveram concha com menor (p Resumo em inglês Aiming to evaluate the use of different vegetable oil sources on performance and carcass characteristics of “gros gris” (Helix aspersa maxima) diets, two hundred forty snails with initial average weight of 0.11g samples were distributed in an entirely randomized design with six treatments and four replications in twelve-liter aquaria. The diets were formulated to have differences on soybean, canola, sunflower, linseed, rice and corn oil inclusion at 3% of the (mais) diet. The average final weight, feed conversion, protein efficiency rate, carcass yields, percentage of shell and survival rates were not affected (p>0.01) by the use of different oils. The moisture, ash, crud protein and fat contents and the polyunsaturated fatty acids/saturated fatty acids (PUAF/SAF) relation of the comestible part of the animal that were fed with different diets was not affected (p>0.05). Therefore, the animals that received diets with linseed oil showed the best w6/ w3 relation than that one fed with diets with sunflower and corn oils. No differences were observed (p>0.05) in the shell moisture and ash contents of the animals fed with the different diets. By other hand the animals fed with linseed oil had lower shell crud protein contents in relation to the ones fed diets with soybean oil. It was concluded that all the oils can be used on Helix aspersa maxima diets in growth phase; however, the linseed oil promotes better w6/w3 relation than the sunflower and corn oils in the comestible part f this animal.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Rendimentos dos cortes e não-componentes das carcaças de cordeiros terminados com dietas contendo diferentes fontes de óleo vegetal/ Dressing of cuts and non-carcass components of lambs fed diets containing different sources of vegetal oil

Yamamoto, Sandra Mari; Macedo, Francisco de Assis Fonseca de; Mexia, Alexandre Agostinho; Zundt, Marilice; Sakaguti, Eduardo Shiguero; Rocha, Guilherme Bareia Liberato; Regaçoni, Kelly Cristina Telles; Macedo, Rosa Maria Gomes de
2004-12-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar os rendimentos dos cortes e dos não-componentes das carcaças de cordeiros Santa Inês puros e ½ Dorset ½ Santa Inês, alimentados com dietas contendo diferentes fontes de óleo vegetal (óleo de soja, óleo de canola e óleo de linhaça) e uma dieta controle (sem adição de óleo vegetal). Após o abate, foram coletados sangue, pele, aparelho gastrintestinal cheio (esôfago + estômagos + intestinos delgado e grosso com seus conteúdo (mais) s), aparelho gastrintestinal vazio (esôfago + estômagos + intestinos delgado e grosso, previamente esvaziados e limpos), aparelho reprodutor + bexiga, baço, fígado, coração, aparelho respiratório, rins com gordura perirrenal, cabeça, patas e cauda, que foram pesados para determinação do rendimento em relação ao peso vivo ao abate. Após resfriamento por 24 horas em câmara fria, pesou-se a carcaça e, posteriormente, dividiu-se longitudinalmente, sendo a metade esquerda seccionada em sete regiões anatômicas: perna, lombo, paleta, costelas flutuantes, costelas verdadeiras, baixos e pescoço. O estudo dos não-componentes da carcaça destacou a representabilidade dos pesos da pele (8,74%) e do conteúdo gastrintestinal (10,65%) na determinação do rendimento. As porcentagens dos cortes não apresentaram diferenças (p>0,05) em relação às dietas e grupos genéticos estudados. Resumo em inglês This work aimed to evaluate dressing of cuts and non-carcass components in Santa Inês and ½ Dorset ½ Santa Inês lambs fed with diets of different vegetal oil sources (soybean oil, canola oil and linseed oil) and a control diet (without vegetal oil). After slaughter there was the collection and weighing of the blood, skin, whole gastrointestinal tract (esophagus + stomachs + small and large intestines with their contents), empty gastrointestinal tract (esop (mais) hagus + stomachs + small and large intestines previously emptied and cleaned), reproductive system + bladder, spleen, liver, heart, respiratory system with trachea, kidney with fat, head, feet and tail for determination of yield in relation of slaughter live weight. After 24 hours in cold chamber, chilled carcass was weighed and longitudinally ssplit, being the left side sectioned in seven anatomical parts: legs, chump, shoulder, fluctuant rips, real rips, bottoms and neck. The study of non-carcass components showed how the weights of skin (8.74%) and gastrointestinal tract (10.65%) are important in dressing determination. Cut percentages were not affected (p>0.05) by different diets and genetic groups evaluated in this study.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Digestibilidade e metabólitos sanguíneos de vacas da raça Holandesa superovuladas que receberam Lac100® ou linhaça em grão como fontes de gordura/ Digestibility and blood concentration of metabolites in superovulated dairy cows fed Lac100® or linseed as fat sources

Cavalieri, F.L.B.; Santos, G.T.; Silva, D.C.; Rigolon, L.P.; Damasceno, J.C.; Capovilla, L.C.; Betini, C.M.; Ramos, F.S.; Petit, H.V.
2009-08-01

Resumo em português Foram avaliados os efeitos de duas fontes de gordura, Lac100® (Yakult), fonte de ácido graxo ômega-6, e linhaça em grão (Linum usitatissimum) (LIN), fonte de ácido graxo ômega-3, sobre a digestibilidade aparente da matéria seca (DMS), proteína bruta (DPB), fibra em detergente neutro (DFDN), fibra em detergente ácido (DFDA) e extrato etéreo (DEE), e concentrações sanguíneas de HDL, LDL, VLDL, colesterol, triglicerídeos, glicose, cálcio, fósforo, N-ureico e (mais) progesterona. Foram utilizadas 10 vacas da raça Holandesa em lactação, distribuídas nos dois tratamentos, em um delineamento estatístico inteiramente casualizado. Os animais alimentados com Lac100® apresentaram maiores valores de DFDN (57,44% vs. 50,80%) e DEE (77,70% vs. 72,18%) quando comparados aos alimentados com LIN. Os animais alimentados com Lac100® apresentaram maiores concentrações de LDL (111,00 vs. 45,46mg/dL), HDL (82,27 vs. 64,93mg/dL) e colesterol total (203,60 vs. 116,13mg/dL) e menor concentração de N-ureico (13,22 vs. 15,19mg/dL) em relação aos animais alimentados com linhaça em grão. As concentrações sanguíneas de glicose, cálcio, fósforo e progesterona não foram alteradas. Os resultados sugerem que a fonte de gordura na dieta modifica a DFDN e a DEE e, as concentrações sanguíneas de LDL, HDL e colesterol total em vacas em lactação. Resumo em inglês The effect of two sources of fat, calcium salts of soybean oil, Lac100® (Yakult), a source of omega-6 fatty acids or whole flaxseed (Linum usitatissiumum), a source of omega-3 fatty acids were evaluated to determine the apparent digestibility of dry matter (DDM), crude protein (DCP), neutral detergent fiber (DNDF), acid detergent fiber (DADF), and ether extract (DEE); and blood concentrations of HDL, LDL, VLDL, cholesterol, triglycerides, glucose, calcium, phosphorus, N- (mais) urea, and progesterone. Ten lactating Holstein cows were allocated in two treatments and a completely randomized design was used. Cows fed Lac100® had higher values of DNDF (57.44% vs. 50.80%) and DEE (77.70% vs. 72.18%) compared to those fed flaxseed. Cows fed Lac100® had higher blood concentrations of LDL (111.00 vs. 45.46mg/dL), HDL (82.27 vs. 64.93mg/dL), and total cholesterol (203.60 vs. 116.13mg/dL) and lower N-urea (13.22 vs. 15.19mg/dL) compared to those fed flaxseed. Blood concentrations of glucose, calcium, phosphorus, and progesterone were similar between the treatments. These results suggest that dietary fat modifies DNDF and DEE and blood concentrations of LDL, HDL, VLDL, and total cholesterol in lactating dairy cows.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)