Sample records for lighting systems
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Caracterização físico-química de frutos de maracujazeiro-amarelo submetidos à iluminação artificial, irrigação e sombreamento/ Physical and chemical characteristics of yellow passion fruit submitted to the artificial lighting, irrigation and shade

Cavichioli, José Carlos; Ruggiero, Carlos; Volpe, Clovis Alberto
2008-09-01

Resumo em português O presente trabalho objetivou avaliar alguns parâmetros físicoquímicos de frutos de maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg) submetidos a diferentes sistemas de produção. Avaliaram-se o peso, o comprimento, o diâmetro, o teor de sólidos solúveis (SS) e a acidez titulável (AT) dos frutos, a relação SS/AT, o peso e o rendimento da polpa, a espessura da casca e o rendimento de suco. Compararam-se quatro sistemas de produção (iluminação (mais) artificial/irrigação/sombreamento, iluminação artificial/irrigação, iluminação artificial/sombreamento, iluminação artificial) e um tratamento-testemunha, em condições naturais. Os tratamentos foram submetidos a três diferentes épocas de iluminação (12 de abril, 27 de abril e 12 de maio). O experimento foi conduzido na área da Escola Técnica Agrícola de Adamantina - SP, na região da Alta Paulista, no período de abril a dezembro de 1997. Observou-se que, no período de junho a novembro, os diferentes sistemas de produção e as épocas de iluminação não alteraram o peso, o comprimento e o diâmetro médio dos frutos de maracujazeiro. A iluminação artificial, a irrigação e o sombreamento não influenciaram no teor de sólidos solúveis e na acidez dos frutos. Os frutos colhidos em agosto apresentaram teores de brix e de acidez maiores que os colhidos em dezembro. No mês de dezembro, no ambiente iluminado, irrigado e sombreado, verificou-se aumento do peso médio dos frutos, do peso da polpa e da espessura da casca, apesar de apresentarem menor produção. Em condições naturais, observou-se menor peso de frutos e de polpa, mas aumento no rendimento da polpa e do suco. O sombreamento artificial, na ausência de irrigação, promoveu a redução no peso e no rendimento de polpa e de suco. Resumo em inglês The aim of this work was to evaluate some physical and chemical characteristics of the yellow passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) submitted to artificial light, irrigation and shade. It was evaluated the mass, length, diameter, soluble solids and the acidity of the fruits, the soluble solids/acid ratio, the weight and the percentage of the pulp, thickness of the peel and the juice yield. Four systems of production were compared: artificial light/irri (mais) gation/shade; artificial light/irrigation; artificial light/shade, artificial light and a natural condition system. The treatments were submitted to artificial light in three different seasons: April 12th, April 27th and May 12th . The experiment was carried out at Escola Técnica Agrícola de Adamantina, SP, Brazil, from April to December 1997. It was observed that in the period from June to November, the different systems of production did not modify the average weight, length and diameter of the fruits of the yellow passion fruit. The artificial light, the irrigation and the shade did not affect the soluble solids content and the acidity of the fruits. The fruits produced in August presented soluble solids and acidity higher than the fruits produced in December. In December, in the illuminated, irrigated and shadowed environment, it was observed an increase in the average weight of the fruits, in the weight of the pulp and thickness of the peel, although there was a lower production. The absence of light, irrigation and shade decreased the weight of fruits and pulp, but increased the juice and pulp yield. The shade, in the irrigation absence decreased the weight and the juice and pulp yield.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Florescimento e frutificação do maracujazeiro-amarelo submetido à iluminação artificial, irrigação e sombreamento/ Flowering and fructification of yellow passion fruit submitted to artificial light, irrigation and shade

Cavichioli, José Carlos; Ruggiero, Carlos; Volpe, Clóvis Alberto; Paulo, Edison Martins; Fagundes, Jailson Lara; Kasai, Francisco Seiiti
2006-04-01

Resumo em português O fotoperíodo, a temperatura do ar e a umidade do solo são fatores determinantes na produção do maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg). A sua baixa produção no período de agosto a novembro é conseqüência do não-florescimento e frutificação em função das condições climáticas. O trabalho teve por objetivo estudar a iluminação artificial associada ou não à irrigação, no florescimento e frutificação do maracujazeiro-amarelo. (mais) Compararam-se quatro sistemas de produção, combinando-se: iluminação artificial/irrigação/sombreamento; iluminação artificial/irrigação; iluminação artificial/sombreamento; iluminação artificial, e um tratamento-testemunha, em condições naturais. Os tratamentos foram submetidos a três diferentes épocas de iluminação (12 de abril, 27 de abril e 12 de maio). O experimento foi conduzido na área da Escola Técnica Agrícola de Adamantina-SP, na região da Alta Paulista, no período de abril a novembro de 1997. De acordo com os resultados, a iluminação artificial com e sem irrigação aumentou o número de flores, o número e a produção de frutos por área do maracujazeiro-amarelo. A irrigação não alterou o florescimento, a frutificação e a produtividade em maracujazeiro iluminado, mas reduziu o número de flores em ambiente sombreado. O sombreamento com e sem irrigação reduziu o número de flores. O tratamento iluminado/irrigado/sombreado aumentou a porcentagem de vingamento de frutos. O florescimento, a frutificação e a produção por área não foram significativamente alterados pelas diferentes épocas de iluminação. Resumo em inglês Photoperiod, air temperature and soil moisture are factors that determine the yield of yellow passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.). The low yield from August to November is due to the lack of flowering and fructification of the plant because of climatic conditions. The aim of this work was to evaluate flowering and fructification of yellow passion fruit submitted to artificial light, irrigation and shade. Four systems of production were compared: arti (mais) ficial light/irrigation/shade; artificial light/irrigation; artificial light/shade; artificial light and a natural condition system. The treatments were submitted to artificial light in three different days: April 12, April 27 and May 12. The experiment was carried out at Escola Técnica Agrícola de Adamantina, SP, Brazil, from April to November of 1997. The results permited to conclude that artificial light with and without irrigation increased the number of flowers, the number of fruits and total yield of yellow passion fruit. The irrigation did not affect the flowering, the fructification and the yield in the treatment with artificial light, but reduced the number of flowers in the shaded treatment. The shading with and without irrigation reduced the number of flowers. The artificial light/irrigation/shade treatment increased the percentage of fructification. The flowering, the fructification and the yield were not significantly affected by the different times of lighting.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)