Sample records for leucine
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Aspectos atuais sobre aminoácidos de cadeia ramificada e exercício físico/ Current aspects of branched chain amino acid and exercise

Rogero, Marcelo Macedo; Tirapegui, Julio
2008-12-01

Resumo em português Em humanos saudáveis, nove aminoácidos são considerados essenciais, uma vez que não podem ser sintetizados endogenamente e, portanto, devem ser ingeridos por meio da dieta. Dentre os aminoácidos essenciais, se incluem os três aminoácidos de cadeia ramificada, ou seja, leucina, valina e isoleucina. Esses aminoácidos participam da regulação do balanço protéico corporal além de serem fonte de nitrogênio para a síntese de alanina e glutamina. No tocante à regu (mais) lação da síntese protéica muscular, verifica-se que a leucina age estimulando a fase de iniciação da tradução do RNA-mensageiro em proteína, por mecanismos tanto dependentes quanto independentes de insulina. No que concerne ao exercício físico, supõe-se que esses aminoácidos estejam envolvidos na fadiga central, no balanço protéico muscular, na secreção de insulina, na modulação da imunocompetência, no aumento da performance de indivíduos que se exercitam em ambientes quentes e na diminuição do grau de lesão muscular. Nesse contexto, essa revisão aborda os aspectos atuais do metabolismo e da suplementação de aminoácidos de cadeia ramificada no exercício físico. Resumo em inglês In healthy humans, nine amino acids are considered to be essential once they cannot be endogenously synthesised and must therefore be ingested in the diet. Amongst the essential amino acids are the three branched chain amino acids, namely, leucine, valine and isoleucine. These amino acids participate in the regulation of protein balance in addition to being nitrogen sources for the synthesis of alanine and glutamine. As to the regulation of muscle protein synthesis, leuci (mais) ne acts in the stimulation of initiation of mRNA translation into protein, both through mechanisms that are dependent and independent of insulin. In the physiology of physical exercise, these branched amino acids play a role in central fatigue hypothesis, in muscle protein balance, in the secretion of insulin, in the modulation of the immune response, in performance enhancement of individuals who work out in hot environments, and in avoiding muscle lesion. This review approaches all aspects of the metabolism of and supplementation with branched chain amino acids in physical exercise.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Composição de aminoácidos de cultivares de feijão e aplicações para o melhoramento genético/ Amino acid composition in common bean cultivars and applications for genetic breeding

Ribeiro, Nerinéia Dalfollo; Londero, Patrícia Medianeira Grigoletto; Cargnelutti Filho, Alberto; Jost, Evandro; Poersch, Nerison Luis; Mallmann, Carlos Augusto
2007-10-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi determinar a composição de aminoácidos em grãos de cultivares de feijão e a presença de interação cultivares x locais, nos teores de aminoácidos, e identificar cultivares para uso direto na alimentação e derivações em programas de melhoramento. Os aminoácidos foram determinados por cromatografia líquida de alta performance (HPLC), em grãos de 19 cultivares de feijão cultivadas em dois locais. Os dados médios obtidos para cad (mais) a cultivar, em duplicata, foram comparados entre si com a utilização do teste t, a 5% de probabilidade para cada local. Os grãos das cultivares analisadas apresentaram teores de aminoácidos essenciais e não-essenciais, adequados às necessidades diárias de um indivíduo adulto, o que indica alta qualidade da proteína do feijão. As cultivares de feijão apresentam, em ordem decrescente, os aminoácidos essenciais: leucina, lisina, fenilalanina, valina, isoleucina, treonina, histidina e metionina; e os aminoácidos não-essenciais: ácido glutâmico, ácido aspártico, arginina, serina, alanina, glicina, tirosina, prolina e cisteína. Os teores de leucina, isoleucina, histidina, valina, treonina, glicina e alanina foram afetados pela interação cultivares x locais. A cultivar Iraí apresenta composição de aminoácidos adequada e é indicada para uso em dietas e derivações em programas de melhoramento. Resumo em inglês The objective of this work was to determine the amino acid composition of seeds of common bean cultivars and to examine the presence of cultivar x location interactions in amino acid contents, and to identify common bean cultivars for direct consumption or use in breeding programs. The amino acid contents were determinated through high performance liquid chromatography (HPLC), in 19 common bean cultivars obtained in two localities. The mean data sets of each cultivar, in (mais) duplication, were compared by the F test at 5% probability for each location. Grains of the common bean cultivars analyzed showed essential and nonessential amino acids contents appropriate for daily supply requirements of human adults, which indicates the high quality of common bean protein. The common bean cultivars were constituted mainly of the following essencial amino acids: leucine, lysine, phenylalanine, valine, isoleucine, threonine, histidine and methionine; and, also, the following nonessencial amino acids: glutamic acid, aspartic acid, arginine, serine, alanine, glycine, tyrosine, proline and cysteine. The leucine, isoleucine, histidine, valine, threonine, glycine and alanine contents were affected by the cultivar x location interactions. Cultivar Iraí presents amino acid content suitable for diet enrichment and germplasm improvement.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Caracterização enzimática e patogenicidade cruzada de Colletotrichum spp. associados a doenças de pós-colheita/ Enzymatic characterization and crossed pathogenicity of Colletotrichum spp. associated with postharvest diseases

Lima Filho, Rinaldo M.; Oliveira, Sônia M. A.; Menezes, Maria
2003-12-01

Resumo em português A antracnose, causada por Colletotrichum spp., pode ocasionar grandes perdas a nível de campo e em pós-colheita sobre diversas culturas e seus produtos. O presente trabalho teve por objetivos testar a patogenicidade cruzada de isolados de C. gloeosporioides do caju (Anacardium occidentale) (CAJ), manga (Mangifera indica) (MG), mamão (Carica papaya) (MM), maracujá (Passiflora edulis) (MR) e C. musae da banana (Musa spp.) (BAJ); avaliar a produção de enzimas extracelu (mais) lares (amilolítica, celulolítica, lipolítica e proteolítica) produzidas pelos isolados em substratos sólidos específicos; e detectar padrões eletroforéticos de proteínas totais e isoenzimas (alfa-esterase, beta-esterase, fosfatase ácida e leucina aminopeptidase). Na análise da patogenicidade cruzada, todos os isolados de Colletotrichum spp. induziram lesões necróticas, deprimidas sobre os frutos, exceto em maracujá que foi suscetível tão somente ao isolado MR. Quanto à produção de enzimas extracelulares hidrolíticas, os isolados de C. gloeosporioides produziram amilase, lipase, protease e celulase, sendo que esta última enzima não foi detectada em C. musae. Com relação à análise eletroforética de proteínas totais e isoenzimas, os isolados apresentaram variações no número e posição das bandas no gel de poliacrilamida em todos os sistemas, com exceção de leucina aminopeptidase, onde bandas monomórficas foram formadas, sem variação na intensidade e pouca variação na mobilidade relativa. Resumo em inglês Anthracnose caused by Colletotrichum spp. may result in great losses in field productions and post-harvest conditions for several cultures and their products. The objective of this work was to test the pathogenicity of C. gloeosporioides isolates from cashew (Anacardium occidentale) (CAJ), mango (Mangifera indica) (MG), papaya (Carica papaya) (MM) and passion fruit (Passiflora edulis) (MR) and C. musae from banana (Musa spp.) (BAJ); to evaluate the production of extra cel (mais) lular hydrolytic enzymes (amylolytic, celullolytic, lypolytic, proteolytic) by the isolates on specific solid culture media; and to detect electrophoretic patterns of total proteins and isoenzymes (alpha-esterase, beta-esterase, acidic phosphatase and leucine aminopeptidase). In crossed pathogenicity tests, all Colletotrichum spp. isolates produced necrotic and depressed lesions on fruits, except on passion fruit, which was susceptible only to the MR isolate. The isolates of C. gloeosporioides produced amylolytic, lypolytic, proteolytic, and celullolytic enzymes, and C. musae did not produce any detectable celulase. Electrophoretic analysis of total proteins and isoenzymes showed variations in the number and position of the bands among all isolates in the systems used, except for leucine aminopeptidase, which was monomorphic.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Deficiência da 3-OH-3-metil-glutaril-CoA-liase como causa de coma no período neonatal: relato de caso/ 3-hydroxy-3-methylglutaryl-CoA-lyase deficiency as coma etiology in the neonatal period: case report

CASELLA, ERASMO BARBANTE; MARTINS, FÁBIO RICARDO PICCHI; MIURA, IRENE KAZUE; VIEIRA, MARIA APARECIDA; PORTA, GILDA
1998-09-01

Resumo em português Estudamos um paciente que apresentou dois episódios de coma no primeiro mês de vida, com descompensação metabólica, nos quais se observou hipoglicemia e acidose metabólica acentuada, sem cetonúria. O estudo dos ácidos orgânicos urinários demonstrou elevação acentuada de 3-OH-3-metil-glutárico, 3-metil-glutacônico, 3-metil-glutárico e 3-OH-isovalérico. Os sinais e sintomas clínicos associados às alterações metabólicas citadas permitiram o diagnóstico (mais) da deficiência da 3-OH-3-metil-glutaril-CoA-liase, entidade de origem autossômica recessiva, passível de ser tratada, como no caso estudado, com dieta hipoproteica, restrita em leucina, hipogordurosa e rica em carboidratos, associada a L-carnitina e evitando-se períodos prolongados de jejum. Resumo em inglês We report a patient that presented two episodes of coma in the neonatal period, with severe metabolic acidosis and hypoglycemia, without ketosis. The urinary organic acid analysis showed increased amounts of 3-hydroxy-3-methyl-glutaric, 3-methylglutaconic, 3-methylglutaric and 3-hydroxyisovaleric acid. The deficiency of 3-hydroxy-3-methylglutaryl-CoA lyase was diagnosed by the clinical and metabolic features. This disease shows autosomal recessive inheritance and the trea (mais) tment is done by a diet with restriction of protein (mainly leucine) and lipids, high in carbohydrate content, and the avoidance of fasting and carnitine supplementation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Composição química das sementes de Canavalia gladiata DC/ Chemical composition of seeds of Canavalia gladiata D.C.

Spoladore, Dayse Soave; Teixeira, João Paulo Feijão
1987-01-01

Resumo em português Canavalia gladiata D.C., cultivar Vermelho, é uma leguminosa empregada como adubo verde, cujas sementes são ainda pouco utilizadas na alimentação. O objetivo deste trabalho foi determinar a composição química de grãos de Canavalia gladiata D.C., cultivar Vermelho. As vagens apresentaram em média seis sementes, com peso médio de aproximadamente 5 gramas. Sua composição na matéria seca foi a seguinte: proteína bruta 29%, amido 37%, açúcares totais 7,5%, extr (mais) ato etéreo 1,5%, extrato livre de nitrogênio 62% e fibras 6%. A fração protéica apresentou estes teores de aminoácidos essenciais: lisina 6,5%, histidina 4%, arginina 6%, triptofano 2%, treonina 6%, cistina 0,8%, valina 6%, metionina 0,5%, isoleucina 5%, leucina 9%, tirosina 2% e fenilalanina 5%. A composição química de sementes de C. gladiata evidencia seu valor potencial para uso como alimento. Resumo em inglês Canavalia gladiata D.C. is commonly used as a green manure crop and its seeds are still seldom used for feeding. The objective of this study was to determine the chemical composition of the seeds in order to evaluate its potential value as a food. The seed dry matter presented the following average composition: crude protein 29%, crude fiber 6%, starch 37%, ether extract 1.5%, nitrogen free extract 62%, and total sugar 7.5%. The aminoacid contents in the protein fraction (mais) were: lysine 6.5%, histidine 4%, arginine 6%, tryptophan 2%, treonine 6%, cistine 0.8%, valine 6%, methionine 0.5%, isoleucine 5%, leucine 9%, tyrosine 2% and phenylalanine 5%. The data indicated the seeds of C. gladiata have a potential value as a food, however they need a long cooking period to eliminate toxic compounds.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Aminoácidos livres majoritários no suco de caju: variação ao longo da safra/ Major free amino acids in cashew apple juice: behaviour during the harvest season

OLIVEIRA, MARIA ELISABETH BARROS DE; OLIVEIRA, GERARDO SÉRGIO FRANCELINO DE; MAIA, GERALDO ARRAES; MOREIRA, RENATO DE AZEVEDO; MONTEIRO, ANA CRISTINA DE OLIVEIRA
2002-04-01

Resumo em português Visando a contribuir para o conhecimento dos aminoácidos livres majoritários presentes no suco de caju (Anacardium occidentale L.), estudou-se o seu comportamento ao longo da safra de 1995, no período de agosto a novembro, no clone de cajueiro-anão precoce, CCP 09, com aptidão para a produção de suco. O suco foi obtido de cajus cultivados no município de Pio IX, Estado do Piauí, Brasil. Os frutos foram colhidos em intervalos de 21 dias, perfazendo cinco amostrage (mais) ns. Os aminoácidos foram determinados utilizando-se um auto-analisador de aminoácidos. Preliminarmente, foram feitos ensaios para conhecer o espectro total dos aminoácidos livres presentes no suco; destes, foram escolhidos os oito majoritários, sobre os quais está baseado o estudo. Os aminoácidos majoritários encontrados, na ordem decrescente, foram: alanina, serina, fenilalnina, leucina, ácido glutâmico, ácido aspártico, prolina e tirosina Resumo em inglês The major free amino acids in cashew apple juice were studied during the crop season August to November 1995. The cashew apples were obtained from the clone CCP 09 cultivated in the county of Pio IX, state of Piauí-Brazil. Analysis were carried out in five samples harvested at twenty-one days intervals by using an amino acid analyser. The amino acids present in the juice were preliminary evaluated. Only the major eight ones were selected. The major amino acids detected, (mais) in decreasing order were: alanine, serine, phenylalanine, leucine, glutamic acid, aspartic acid, proline and tyrosine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Crescimento micelial e síntese de proteínas de choque térmico em três isolados de fungos ectomicorrízicos sob condições de temperaturas supra-ótimas/ Mycelial growth and synthesis of heat shock proteins by ectomicorrhizal fungi under supra-optimal temperature conditions

Ferreira, Adão de Siqueira; Tótola, Marcos Rogério; Parreira, Adriano Guimarães; Borges, Arnaldo Chaer
2007-02-01

Resumo em português A síntese de proteínas de choque térmico é uma alteração fisiológica transiente na célula de organismos expostos a temperaturas supra-ótimas. A resposta fisiológica ao choque térmico é dependente, particularmente, do tipo de célula e da capacidade dos organismos em responder às alterações do meio. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o crescimento micelial e a síntese de proteínas de choque térmico de dois isolados de Pisolithus sp. (RV82 e RS (mais) 24) e de um isolado de Paxillus involutus em temperaturas supra-ótimas. No trabalho, foram feitas análises de crescimento micelial em placa de Petri com meio apropriado para o crescimento sob condições de temperaturas subletais, letais e de choque térmico. As proteínas nos micélios dos isolados foram marcadas com aminoácido radioativo (³H-leucina), e a radioatividade, quantificada em solução de cintilação. A síntese das proteínas de choque térmico (HSPs) foi avaliada em gel de poliacrilamida (SDS-PAGE e 2D-PAGE). Demonstrou-se, com ³H-leucina, que os fungos ectomicorrízicos apresentaram respostas diferenciadas em relação ao crescimento micelial quando expostos a temperaturas supra-ótimas. Os dois isolados de Pisolithus sp., RS24 e RV82, mostraram-se mais tolerantes a altas temperaturas, quando comparado ao isolado de P. involutus. Os isolados de Pisolithus sp. diferem quanto à síntese de proteínas de estresse, com a síntese de HSPs de alta e de baixa massa molecular. Em resposta ao choque térmico, o isolado RV82 sintetizou proteínas putativas dos grupos HSP70, HSP28 e HSP26 e as sHSPs (15-18 kDa), enquanto o isolado RS24 sintetizou as dos grupos HSP86, HSP60, HSP55 e HSP35 e as sHSPs (12-18 kDa). A baixa tolerância a temperaturas elevadas do isolado de P. involutus foi atribuída à ausência de síntese de proteínas putativas do grupo HSPs em condições de choque térmico. Os resultados sugerem que os isolados de fungos ectomicorrízicos diferem quanto ao mecanismo de indução de termotolerância. Resumo em inglês In most organisms, the synthesis of heat shock proteins is a transient physiological change in the cell exposed to supra-optimal temperatures. The physiological response to heat shock is particularly dependent on the cell type and on the capacity of the organisms to respond to environmental alterations. In this study the mycelial growth and synthesis of heat shock proteins of two Pisolithus isolates (RV82 and RS24) and one Paxillus involutus isolate to supra-optimal tempe (mais) ratures was evaluated. Mycelial growth was evaluated under sublethal, lethal and heat shock temperature conditions with appropriate growth medium on Petri plates. Proteins in the mycelium of the isolates were marked using radioactive amino acid (³H-leucine) and the radioactivity was quantified in scintillation solution. Synthesis of heat shock proteins (HSPs) were evaluated by polyacrylamide gels (SDS-PAGE and 2D-PAGE). The two Pisolithus isolates RS24 and RV82 were more tolerant to high temperatures than P. involutus. The Pisolithus isolates differed regarding the synthesis of stress proteins since high and low molecular mass proteins were synthesized. In response to the heat shock, the RV82 isolate synthesized putative heat shock proteins of the groups HSP70, HSP28, HSP26 and sHSPs (15-18 kDa), while the RS24 isolate synthesized putative heat shock proteins of the groups HSP86, HSP60, HSP55, HSP35 and sHSPs (12-18 kDa). The low heat tolerance of the P. involutus isolate was attributed to its incapacity of synthesizing HSPs. Our results suggest that the induction of the thermotolerance mechanism differs among ectomicorrhizal fungi isolates.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Caracterização isoenzimática de oito acessos de Erva-de-bicho/ Isozimatic characterization in eight accesses of dotted Smartweed

Lopes, Reginalda C.; Casali, Vicente Wagner D.; Barbosa, Luiz Cláudio A.; Cecon, Paulo R.
2003-09-01

Resumo em português Na caracterização de oito acessos de Polygonum punctatum Ell., utilizou-se a técnica de eletroforese horizontal em gel de amido a 12%. Determinaram-se os fenótipos isoenzimáticos da malato desidrogenase (MDH), fosfatase ácida (ACP), peroxidase (PO), glutamato desidrogenase (GDH), leucina aminopeptidase (LAP), esterase (EST), álcool desidrogenase (ADH), glutamato oxaloacetato transaminase (GOT), isocitrato desidrogenase (IDH) e chiquimato desidrogenase (SKDH), utili (mais) zando extratos de folhas jovens de cada acesso. A eletroforese foi conduzida em géis de amido de milho e amido hidrolisado. O amido de milho mostrou resolução satisfatória na separação das bandas isoenzimáticas da IDH, ADH e MDH. No entanto, para os demais sistemas, o amido hidrolisado apresentou resolução superior à do amido de milho. Todos os sistemas enzimáticos estudados, com exceção do sistema LAP, apresentaram elevado polimorfismo, permitindo estabelecer padrões individuais em todos os acessos. Isso demonstrou o potencial das isoenzimas como marcadores genéticos no gênero Polygonum. Resumo em inglês The technique of horizontal electrophoresis of 12% starch gel was used to characterize eight accesses of Polygonum punctatum Ell. The isozymatic phenotypes of the malate dehydrogenase (MDH), acid phosphatase (ACP), peroxidase (PO), glutamate dehydrogenase (GDH), leucine aminopeptidase (LAP), esterase (EST), alcohol dehydrogenase (ADH), glutamate oxalacetate transaminase (GOT), isocitrate dehydrogenase (IDH) and shikimate dehydrogenase (SKDH) were determined using young le (mais) aves extracts of each accession. The electrophoresis was performed in corn starch and hydrolysed starch gels. The corn starch showed a satisfactory resolution, for separation of the isozymics bands of IDH, ADH and MDH. However, for the other systems, the hydrolysed starch presented better resolution. All enzyme systems studied, except for LAP, presented high polymorphism, allowing to establish individual patterns in all accesses, demonstrating the potential of the isozymes as genetic markers for the Polygonum.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Caracterização e diversidade genética do capim-elefante e seus híbridos com milheto mediante padrões isoenzimáticos/ Characterization and genetic diversity of elephant grass cultivars and their hybrids with millet through isoenzymatic patterns

FREITAS, NARA SUZY AGUIAR DE; FALCÃO, TÂNIA MARIA MUNIZ DE ARRUDA; BURITY, HÉLIO ALMEIDA; TABOSA, JOSÉ NILDO; SILVA, MÁRCIA VÂNUSA DA
2000-06-01

Resumo em português Foram avaliadas isoenzimaticamente sete cultivares de capim-elefante (Pennisetum purpureum) e seus híbridos com milheto (P. americanum), selecionados pela Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária (IPA), visando à identificação de acessos. Foram estudados, em gel de poliacrilamida, os sistemas peroxidase (POX), esterase (EST), glutamato oxalacetato transaminase (GOT), leucina aminopeptidase (LAP), álcool-desidrogenase (ADH) e fosfatase ácida (ACP), em folhas jo (mais) vens, aos 28 dias após o corte de uniformização. Não foi observada atividade isoenzimática da ADH e observou-se baixa resolução do sistema LAP, os quais não são indicados para caracterização dos germoplasmas. Os padrões de ACP, GOT, POX e EST permitiram conhecer os fenótipos dos 14 acessos estudados. Foram revelados 9, 3, 13 e 19 diferentes padrões de bandas, respectivamente, sendo possível a identificação da coleção de forma rápida e segura utilizando apenas os padrões de esterase. Resumo em inglês The isoenzymatic patterns of seven cultivars of elephant grass (Pennisetum purpureum) and their seven hybrids with Pearl millet (P. americanum), selected by Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária (IPA), were evaluated to identify the accesses. In polyacrylamide gels, the systems peroxidase (POX), esterase (EST), glutamate oxaloacetate transaminase (GOT), leucine amino peptidase (LAP), alcohol dehydrogenase (ADH), and acid phosphatase (ACP), were studied in young l (mais) eaves at 28 days after uniformization cut. It wasn't observed isoenzymatic activity of ADH and the efficiency of the LAP system was considered low, which suggest that both can not be indicated for germoplasm characterization. The patterns ACP, GOT, POX and EST allowed the identification of the 14 accesses studied, which revealed 9, 3, 13 and 19 different electrophoretic patterns respectively. Using the esterase system alone, it is possible to identify the germoplasm bank of elephant grass quickly and accurately.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Atualizações sobre beta-hidroxi-beta-metilbutirato: suplementação e efeitos sobre o catabolismo de proteínas/ New findings on beta-hydroxy-beta-methylbutyirate: supplementation and effects on the protein catabolism

Nunes, Everson Araújo; Fernandes, Luiz Cláudio
2008-04-01

Resumo em português O beta-hidroxi-beta-metilbutirato, metabólito do aminoácido leucina, vem sendo utilizado como suplemento alimentar, em situações específicas, com o intuito de aumentar ou manter a massa isenta de gordura. Os relatos dos efeitos do beta-hidroxi-beta-metilbutirato em estudos recentes fizeram crescer as expectativas sobre sua utilização em casos patológicos. Também foram demonstrados melhores resultados, quando da sua ingestão, no treinamento de força em indivídu (mais) os iniciantes e em idosos. Em humanos o beta-hidroxi-beta-metilbutirato tem sido usado como agente anti-catabólico, e em modelos animais foi demonstrado ser eficaz em inibir a atividade de vias proteolíticas em células musculares de indivíduos caquéticos in vitro e in vivo. Os mecanismos participantes desses processos envolvem: a inibição da atividade do sistema ubiquitina proteossoma ATP-dependente, a inibição de vias de sinalização com participação da proteína quinase C-alfa e a diminuição da concentração citoplasmática do fator nuclear - kappa B livre, eventos relacionados ao decréscimo da proteólise em células musculares. Resumo em inglês The leucine metabolite beta-hydroxy-beta-methylbutyrate has been used as a nutritional supplement in specific situations to prevent losing or to increase lean mass. Recent studies showed interesting results of beta-hydroxy-beta-methylbutyrate supplementation in certain disease states. Better results have also been demonstrated when it is taken by starters or old individuals doing strength training. In humans, beta-hydroxy-beta-methylbutyrate has been used as an anticatabo (mais) lic agent and in animal models it has been demonstrated to be effective in inhibiting the activity of the proteolytic pathways in muscle cells of extremely weak individuals in vivo and in vitro. The mechanisms that participate in this process involve: inhibition of the ATP-ubiquitin-proteasome pathway, inhibition of the signalization pathways involving protein kinase C-alpha and reduction of the cytoplasmatic concentration of free nuclear factor kappa-B, events that are associated with the reduction of proteolysis in muscle cells.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Variabilidade isoenzimática entre linhagens de amendoim resistentes à seca/ Isoenzimatic variability between peanut lines resistant to drought

Santos, Roseane Cavalcanti dos; Moreira, José de Alencar Nunes; Duarte, Jair Moura
2000-04-01

Resumo em português O uso da técnica de eletroforese para separar múltiplas formas moleculares de enzimas tem sido bastante explorada na área biológica, cujas diferenças detectadas nos tecidos podem ser eficientemente usadas para diferenciação de cultivares em qualquer fase de seu desenvolvimento fenológico. Nesse trabalho, procedeu-se ao estudo da variabilidade isoenzimática em seis linhagens de amendoim resistentes à seca, com o objetivo de se verificar as possíveis relações d (mais) a variação encontrada na base desses descritores com essa aptidão no amendoim. Estudaram-se folíolos da parte apical com 5 dias após a germinação, utilizando-se a técnica de eletroforese em gel de poliacrilamida (7%) sistema horizontal e contínuo de tampão. Os sistemas estudados foram fosfatase ácida (ACP), malato desidrogenase (MDH), leucina aminopeptidase (LAP), peroxidase (PO), e esterase (EST). A caracterização fenotípica dos genótipos permitiu a separação de quatro grupos para ACP, três para LAP, dois para MDH e seis para PO e EST. A partir da análise dos componentes principais dos grupos obtidos, observou-se que a cultivar IAC Tupã (sensível à seca) foi separada das demais, especialmente da cultivar resistente Senegal 55437. Resumo em inglês The use of electrophoretic techniques to separate multiple molecular forms of enzymes has been used in the biological science, where differences in isozymes among tissues can be used efficiently on cultivar differentiation during any life cycle phase. In this paper, the variability of six drought resistant peanut lines was studied by isozymes analysis aiming to verify the possible relations between enzymatic descriptors and drought resistance character. Leaflets were anal (mais) yzed by horizontal poliacrylamide gel electrophoresis technique and buffer continuos systems for the following systems: acid phosphatase (ACP), malate dehydrogenase (MDH), leucine aminopeptidase (LAP), peroxidase (POX) and esterase (EST). The phenotypic characterization of the genotypes allowed four group separations to ACP, three to LAP, two to MDH, and six to POX and EST. The IAC Tupã cultivar (drought sensitive) was differentiated to the others genotypes, specially as to Senegal 55 437 cultivar (drought resistant) by principal components analysis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Composição em aminoácidos de silagens químicas, biológicas e enzimáticas preparadas com resíduos de sardinha/ Determination of amino-acid composition of silages prepared from sardine residues

MORALES-ULLOA, Doris Floridalma; OETTERER, Marília
1997-12-01

Resumo em português Determinou-se a composição em aminoácidos de silagens químicas, biológicas e enzimáticas elaboradas com resíduos de sardinha. Entre os aminoácidos essenciais a leucina apresentou valores mais altos para todas as silagens, a saber, em g/100g de proteína, 8,31 (química); 8,33 (protease 1 semana); 8,42 (pepsina), e 8,06 (inóculo L. plantarum + melaço 2 semanas), seguida pela lisina 6,46; 6,50 6,45, e 9,01; a fenilalanina com 5,32; 5,35 e 5,25 e 5,18. Destaque esp (mais) ecial para o aumento na concentração de valina no decorrer do processo de ensilagem passando de 4,80 g/100g de proteína na matéria-prima para 7,67 na silagem química (3 semanas); 6,26 na silagem com meio inóculo de L.plantarum + melaço (48 horas); 6,27 na silagem protease (1 semana) e 6,02 na silagem pepsina (2 semanas). A maior concentração de aminoácidos encontrados foi para o ácido glutâmico, que apresentou teor inicial de 15,20g/100g de proteína e posteriormente 14,02 na silagem química após 1 semana; 14,89 na silagem enzimática com protease (1 semana) e 17,09 na silagem biológica com meio inóculo L.plantarum + melaço após 48 horas. Resumo em inglês The composition and amino-acid concentration of chemical, biological and enzymatic silages prepared from sardine residues, were determined. The essential amino-acid, leucine showed the highest values in all silages (8.31; 8,33 8.42; and 8.06 g/100g protein), followed by lysine (6.46, 6.50, 6.45 and 9,.01 g/100 protein), for chemical silage, protease silage after one week pepsin silage in the L. plantarum after 2 weeks respectively). Phenylalanine showed a value of 5.32g/1 (mais) 00g protein in the chemical silages after one week, 5.35g/100g in the protease silage after one week, 5.25g/100g in the pepsin silage after two weeks and 5.18g/100g in the silage inoculated with L. plantarum plus its medium, also after two weeks. The increase in the valine during the silage processing deserves special mention, increasing from 4.80/100g protein in the raw material to 7.67 in the chemical silage (3 weeks); 6.26 in the biological silage (L. plantarum + molasse) after 48 hours and 6.27 in the protease silage after one week and 6.02 in the pepsine silage after 2 weeks. The greatest concentration was present by glutamic acid, showed an initial value of 15.20 g/100g protein and later, 14.02 in the chemical silage (1 week), 14.89 in the enzymatic silage with protease (1 week) and 17.09 in the L. plantarum + molasse silage after 48 hours.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Rendimento e composição das aguardentes de cana, laranja e uva com utilização de lecitina no processo fermentativo/ Yield and composition of sugar cane, orange and grape spirits using lecithin in the fermentation process

Cleto, Francisco Vicente Gaiotto; Mutton, Márcia Justino Rossini
2004-06-01

Resumo em português O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o efeito da adição de lecitina aos mostos de cana, laranja e uva sobre o rendimento e composição das aguardentes. O delineamento empregado para a análise estatística foi o de blocos casualizados, no esquema fatorial 2x3, empregando-se dois fatores - lecitina e mosto - em dois níveis para lecitina: ausência (índice um) e presença (índice dois); e em três níveis para mosto: cana, laranja e uva. A me (mais) todologia empregada foi a recomendada pelo setor aguardenteiro e as análises químicas dos componentes secundários foram realizadas por cromatografia gasosa e espectrofotometria. Pelos resultados, conclui-se que quando se adiciona lecitina aos mostos de cana, laranja e uva, o vinho obtido após a fermentação tem maior concentração de glicerol, e as aguardentes produzidas pela destilação têm maior concentração de isobutanol. Já nos mostos em que foi adicionada a lecitina, o rendimento alcoólico total das aguardentes foi menor do que nos mostos que não a recebeu. Os componentes secundários acetaldeído, acetato de etila e acidez total aumentaram com o aumento da acidez nos vinhos. Por outro lado, o propanol, isobutanol e álcool isoamílico aumentaram com os aumentos dos pH e das concentrações nos mostos, dos aminoácidos treonina, valina e leucina. A concentração do furfural foi maior nas aguardentes provenientes dos mostos de cana e laranja. Resumo em inglês The present research was carried out to evaluate the effect of lecithin addition into sugar cane, orange and grape musts on the spirits yield and composition. The statistical design was randomized blocks, in 2x3 factorial array, using two factors: lecithin and must, two levels for lecithin (absence and presence); and three levels for must (sugar cane, orange and grape). The method used in this work is recommended by mills. The measurement of by-products was made through g (mais) as chromatography and spectrophotometry. The results showed that the lecithin addition into sugar cane, orange and grape increased the concentration of glycerol in these musts as well as the concentration of butyl alcohol in the spirits, and decreased the total alcoholic yield. Acetaldehyde, ethyl acetate and total acidity increased with the elevation of the acidity. On the other hand, propanol-1, butyl and isoamyl alcohols, increased with the elevation of the pH of the fermenting musts and the concentration of the amino acids threonine, leucine and valine in the musts. Furfural content was greater in the spirits made from the sugar cane and orange musts.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Determinação do modo de reprodução em capim-gordura (Melinis minutiflora Beauv.) por padrões enzimáticos/ Detection of the mode of reproduction in molasses grass (Melinis minutiflora Beauv.) by enzyme patterns

Silveira, Lia Rejane Machado; Moraes, Carlos Floriano de
1996-04-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar o modo de reprodução do capim-gordura (Melinis minutiflora Beauv.), 24 ecótipos da coleção da Universidade Federal de Viçosa foram utilizados em cruzamentos, após emasculação massal por imersão da inflorescência em água quente, testando-se quatro faixas de temperatura. Analisaram-se, comparativamente, os padrões de isozimas dos progenitores e da descendência proveniente de panículas de polinização aberta e de panículas submet (mais) idas aos tratamentos de proteção; polinização e proteção; emasculação e proteção; e emasculação, polinização e proteção. A hipótese da apomixia ser o mecanismo reprodutivo operante no capim-gordura foi bastante favorecida pela extensiva uniformidade da progênie e semelhança isozimática com o progenitor feminino. Contribuiu para isso o fato de toda a população amostrada apresentar um padrão de bandas característico de heterozigotos para os sistemas enzimáticos leucina aminopeptidase e malato desidrogenase, uma vez que a apomixia, ao contrário da autofecundação, facilita a manutenção da heterozigosidade. Segregação isozimática entre plantas dos ecótipos CG4 e CG5, relativamente ao sistema fosfatase ácida, sugere, no entanto, a ocorrência de alguma porcentagem de fecundação cruzada, que foi confirmada pela detecção de hibridação entre os ecótipos CG2 e CG13 nas isoesterases. Esses resultados conduzem à conclusão de que um mecanismo facultativo (parcialmente sexual) de apomixia atua na reprodução do capim-gordura. Resumo em inglês Panicles of 24 molasses grass ecotypes were used in an experiment involving: bagging before anthesis; cross-pollination and bagging; emasculation and bagging; and emasculation, cross-pollination and bagging. Emasculation was accomplished by immersing the inflorescences into warm water, four temperature levels, for 12 minutes. The breeding system was accessed by comparing the isozyme patterns of the estereases, acid phosphatases, leucine aminopeptidases and malato dehydrog (mais) enases of the parental generations with their offsprings. The high uniformity of patterns obtained in the offsprings, the identical patterns found for both the female parents and their respectives progenies and also the presence of banding patterns, characteristically shown by heterozygotes of the leucine aminopeptidase and malato dehydrogenase systems, are strong evidences for the hypothesis of apomictic reproduction in this species. In addiction, the isozymatic segregation for acid phosphatase observed in plants of CG4 and CG5 ecotypes and the detection of hybrids from CG2 x CG3 crosses, are indicating that the apomixis in molasses grass is facultative.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Bioensaio rápido de determinação da sensibilidade da acetolactato sintase (ALS) a herbicidas inibidores/ Rapid bioassay to determine the sensitivity of acetolactate synthase (ALS) to inhibitor herbicides

Monqueiro, Patrícia Andrea; Christoffoleti, Pedro Jacob
2001-03-01

Resumo em português Foi avaliada a atividade da acetolactato sintase (ALS), em plantas resistentes e suscetíveis de B. pilosa e A. quitensis após a aplicação de herbicidas inibidores da ALS. O método baseia-se na utilização do ácido ciclopropanodicarboxílico (CPCA) para inibir a cetoácido reductoisomerase (KARI), enzima que catalisa a reação seguinte do acetolactato na cadeia de biossíntese dos aminoácidos valina, leucina e isoleucina, provocando assim, o acúmulo de acetolacta (mais) to, que na presença de um ácido forte forma acetoína. A base para a distinção entre os biotipos resistentes e suscetíveis é a quantidade de acetoína formada, que será maior nos biotipos em que a enzima ALS não sofreu inibição, ou seja, nos biotipos resistentes. A quantificação da acetoína acumulada ocorreu através da formação de um complexo colorido vermelho, devido a reação entre acetoína, creatina e naftol, cuja densidade ótica a 530 nm é proporcional à concentração do acetolactato formado na reação. Sendo assim, foi desenvolvido um ensaio utilizando este método após a aplicação dos herbicidas chlorimuron-ethyl e imazethapyr nos biotipos R e S de Bidens pilosa, Amaranthus quitensis no estádio de dois pares de folhas. O bioensaio demonstrou que a enzima ALS dos biotipos resistentes é insensível aos herbicidas inibidores da ALS e que este tipo de bioensaio é uma forma rápida e eficaz de diferenciação entre biotipos resistentes e suscetíveis. Resumo em inglês In order to compare the acetolactate synthase (ALS) activity of resistant and susceptible biotypes of Bidens pilosa and Amaranthus quitensis to ALS inhibitor herbicides, a method based on ciclopronocarboxilic acid (CPCA) to inhibit the enzyme ketoacidredutoisomerase (KARI) is used. This enzyme catalyzes the reaction after acetolactate in the biosynthesis reaction chain of the aminoacids valine, leucine and isoleucine. In the presence of a KARI inhibitor, carbon from pyruv (mais) ate flows through the branched chain aminoacid biosynthetic pathway and accumulates in acetolactate, which in the presence of sulfuric acid can be converted to acetoin. The base to distinguish between the resistant and susceptible biotypes is the amount of acetoin formed, which will be much higher in the biotype where the ALS was not inhibited by the herbicide. If acetoin is mixed with naphtol and creatine the solution will develop a reddish color, so that it is possible to quantify indirectly the sensitivity of the ALS to the herbicide by the color of the solution formed. An experiment was carried out with suspected resistant biotypes of Bidens pilosa and Amaranthus quitensis using this method after spraying the plants at the two pair leaf stage with chlorimuron-ethyl and imazethapyr. The ALS of the resistant biotype has insensitivity to ALS inhibitor herbicides.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Desenvolvimento de marcadores moleculares para análogos a genes de resistência em Arachis spp. silvestres/ Development of molecular markers for resistance gene analogs in wild Arachis spp.

Guimarães, Patrícia M.; José, Ana Carolina F.V.; Proite, Karina; Bertioli, David J.; Leal-Bertioli, Soraya C. M.
2005-12-01

Resumo em português O maior grupo de genes de resistência de plantas já clonados codifica para proteínas com um sítio de ligação a nucleotídios (NBS) na região N-terminal, e um domínio rico em repetições de leucina (LRR) na região C-terminal. Genes desta classe conferem resistência a diversos patógenos incluindo vírus, bactérias, fungos e nematóides. Para diferentes espécies do gênero Arachis, primers de "polymerase chain reaction" (PCR) degenerados foram construídos para (mais) a região NBS, e o produto de tradução putativo indicou similaridade com proteínas de resistência conhecidas sendo denominados análogos a genes de resistência (RGAs). Doze destes RGAs foram utilizados para o desenvolvimento de marcadores moleculares baseados em seus padrões de hibridização com DNA de Arachis spp. digerido com enzimas de restrição. Inicialmente, avaliou-se o polimorfismo de cada RGA como sonda nos parentais de uma população de mapeamento, contrastantes quanto à resistência as manchas foliares e nematóides das galhas, e no híbrido F1. Os RGAs, mesmo isolados de espécies diferentes do gênero Arachis apresentaram homologia com o DNA das espécies testadas, além de apresentarem múltiplas cópias e alto polimorfismo na progênie F2. Todas estas características tornam estes RGAs marcadores moleculares altamente informativos, sendo que alguns apresentaram segregação em "clusters" na F2, indicando que seus locos estão ligados. Estes marcadores serão incluídos em um mapa genético de Arachis spp., o que será de grande utilidade para os programas de melhoramento do amendoim (Arachis hypogaea) cultivado. Resumo em inglês The majority of cloned plant pathogen resistance genes (R genes) encode a putative nucleotide binding site (NBS) domain and a leucine-rich repeat (NBS-LRR genes). Genes of this NBS-LRR class confer resistance to diverse pathogens such as viruses, bacteria, fungi, nematodes and aphids. The conserved NBS domain was used to generate resistance gene analogues (RGAs) fragments by polymerase chain reaction (PCR) using degenerated primers in different Arachis species. Twelve of (mais) these RGAs were used to develop molecular markers based on their patterns of hybridisation to restricted Arachis spp. DNA. An initial step was the evaluation of the polymorphism generated by each RGA in genomic fragments of contrasting parents of a mapping population that segregates for resistance to leaf spot and nematodes, and of the F1 hybrid. The RGAs isolated from different Arachis species showed high homology to the DNA of the parents and hybrid, multiple copies in the genome and high polymorphism in the F2 generation. Therefore, they were considered highly informative markers, with some segregating in clusters in the F2. These RGAs will be included in the Arachis genetic map, which will be of paramount importance for the Arachis spp. breeding programs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Caracterização de cultivares de pessegueiro e de nectarineira por marcadores moleculares/ Characterization of peach and nectarine cultivars through molecular markers

Lima, Marli Rocha; Augustin, Eliane; Choer, Eva; Raseira, Maria do Carmo Bassols
2003-03-01

Resumo em português Em espécies de estreita base genética, como o pessegueiro e a nectarineira (Prunus persica (L.) Batsch), a utilização de marcadores moleculares para a caracterização de cultivares é de grande importância, além do potencial de uso para fins de proteção. As técnicas de eletroforese em gel e RAPD foram empregadas com o objetivo de caracterizar as cultivares de pessegueiro Granada, Esmeralda, Jade, Eldorado, Riograndense, Capdeboscq, Aldrighi, Precocinho, Diamante (mais) , Turmalina, Maciel, BR-1, Pepita, Coral, Chinoca, Marfim, Chiripá, Della Nona e Planalto, e as de nectarineira Dulce e Anita. Foram analisadas isoenzimas de 6-fosfogluconato desidrogenase e fosfatase ácida em pólen, peroxidase, fosfoglucoisomerase, aspartato transaminase e isocitrato desidrogenase em folhas, e malato desidrogenase, leucina aminopeptidase e fosfoglucomutase em pólen e folhas. Dos 50 primers testados, 11 foram escolhidos para análise de RAPD em folhas. As análises de similaridade e de agrupamento entre os genótipos foram feitas empregando-se o coeficiente de Jaccard e o método da média aritmética não ponderada. Apesar das diferenças detectadas nas isoenzimas de malato desidrogenase em pólen e folhas de pessegueiro e nectarineira, o baixo polimorfismo apresentado pelos demais sistemas não permitiu a caracterização de todas as cultivares por essa técnica. Os marcadores RAPD, associados ou não à eletroforese de isoenzimas, foram eficientes para caracterizar as cultivares de pessegueiro e nectarineira. Resumo em inglês In species with a narrow genetic basis, such as peach and nectarine (Prunus persica (L.) Batsch), the utilization of molecular markers in cultivar characterization is very important, besides the potential of use for protection. Gel electrophoresis and RAPD techniques were used to characterize peach cultivars Granada, Esmeralda, Jade, Eldorado, Riograndense, Capdeboscq, Aldrighi, Precocinho, Diamante, Turmalina, Maciel, BR-1, Pepita, Coral, Chinoca, Marfim, Chiripá, Della (mais) Nona and Planalto and nectarine cultivars Dulce and Anita. Isoenzymes of 6-phosphogluconate dehydrogenase and acid phosphatase in pollen, peroxidase, phosphoglucoisomerase, aspartate transaminase and isocitrate dehydrogenase in leaves, malate dehydrogenase, leucine aminopeptidase and phosphoglucomutase in pollen and leaves were analyzed. Fifty primers were tested and eleven were used to analyze RAPD markers in leaf extracts. Similarity and cluster analysis were conducted using Jaccard coefficient and the unweighted pair group method with arithmetic average. Despite the differences detected in malate dehydrogenase in peach and nectarine pollen and leaves, the low polymorphism presented by the other systems did not allow the characterization of all cultivars through gel electrophoresis. RAPD markers, associated or not to isoenzyme analysis, were efficient to characterize peach and nectarine cultivars.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Dieta aminoacídica na determinação da perda endógena ileal de frangos de corte: uma proposta metodológica/ Aminoacidic diet in determining Ileal endogenous losses in broiler chickens: a methodological proposal

Brito, Claudson Oliveira; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Gomes, Paulo Cezar; Nery, Lídson Ramos; Silva, Eliane Aparecida da
2009-11-01

Resumo em português O objetivo neste estudo foi propor o uso de dieta livre de proteína (DLP) combinada com um complexo de aminoácidos sintéticos (AA) como metodologia para determinação da perda endógena de aminoácidos e proteínas em frangos de corte, visto que o fluxo endógeno normal é subestimado com o uso da DLP. Utilizaram-se 84 frangos de corte machos, Ross 308, de 17 a 22 dias idade, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, totalizando dois tratamentos com seis (mais) repetições e sete aves por unidade experimental. A partir dos resultados das análises, foram determinadas as perdas endógenas de aminoácidos. Não foi observada diferença na perda endógena de proteína e de aminoácidos entre os frangos de corte alimentados com a DLP e a DLP+AA, exceto dos aminoácidos não-essenciais cistina (0,216 × 0,162 mg/g matéria seca ingerida, MSI) e serina (0,432 × 0,356 mg/g MSI), que foram maiores nas aves alimentadas com DLP+AA em comparação àquelas que receberam a DLP, respectivamente. Com exceção dos aminoácidos lisina, triptofano, arginina, leucina e histidina, as perdas de todos os demais foram numericamente maiores nas aves que receberam a DLP+AA. Em ambas as dietas (DLP e DLP+AA), os aminoácidos com menor perda foram metionina (0,087 e 0,096 mg/kg MSI) e triptofano (0,079 e 0,066 mg/kg MSI) e os de maior perda, treonina (0,481 e 0,600 mg/kg MSI) e ácido glutâmico (0,623 e 0,648 mg/kg MSI). O uso de DLP+AA é uma metodologia alternativa ao uso da dieta livre de proteína para determinação da perda endógena de aminoácidos e proteína em frangos de corte. Resumo em inglês The objective of the present study was to propose the use of protein free diet (PFD) associated with synthetic amino acids (AA) as method to determine the amino acid and protein endogenous loss in broiler chicks, as the normal endogenous flux is underestimated in PFD use. Eighty-four Ross 308 male chickens were used, aged from 17 to 22 days in a randomized complete design, totaling two treatments with six replications, with seven birds per experimental unit. The endogenou (mais) s amino acid losses were determined from the results of the analyses. No difference was observed in the endogenous losses of protein and amino acids in broilers fed with PFD+AA or PFD, except for the nonessential amino acid cystine (0.216 × 0.162 mg/g Dry Matter Intake, DMI) and serine (0.432 × 0.356 mg/g DMI), that was greater in birds fed with PFD+AA than in those fed PFD, respectively. With the exception of lysine, tryptophan, arginine, leucine and histidine, all other amino acids were lost in a considerable amount when the birds received PFD+AA. In both diets, the amino acids with lowest losses were methionine (0.087 and 0.096 mg/kg DMI) and tryptophan (0.079 and 0.066 mg/kg DMI) and the greatest losses were threonine (0.481 and 0.600 mg/kg DMI) and acid glutamic (0.623 and 0.648 mg/kg DMI). The use of PFD+AA is an alternative method to the use of the protein-free diet to determine the endogenous loss of amino acids in broiler chickens.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Identificação de parentais e híbridos entre Vitis vinifera e Vitis rotundifolia utilizando polimorfismo enzimático e marcador RAPD/ Identification of parents and hybrids among Vitis vinifera and Vitis rotundifolia using isozyme polymorphism and rapd marker

Sawazaki, Haiko Enok; Pommer, Celso Valdevino; Passos, Ilene Ribeiro Da Silva; Terra, Maurilo Monteiro; Pires, Erasmo José Paioli
1996-01-01

Resumo em português Identificaram-se parentais e híbridos entre Vitis vinifera (videiras comuns) e V. rotundifolia (muscadínias), utilizando-se o polimorfismo enzimático e marcador RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA). Os sistemas GOT (glutamato-oxalo-acetato-transaminase), IDH (isocitrato desidrogenase) e PGI (fosfoglucose isomerase) diferenciaram a muscadínia, sendo observadas cinco aloenzimas para o GOT, duas para o LAP (leucina aminopeptidase) e quatro para o EST (esterase). Os si (mais) stemas PGI e IDH apresentaram-se como diméricos com o fenótipo de quatro aloenzimas em duas regiões e três em uma região respectivamente. O marcador RAPD apresentou polimorfismo que permitiu a diferenciação entre todos os cultivares. Os dendrogramas UPGMA (unweighted pair-group method with aritmetic mean) obtidos pelas isoenzimas e pelo marcador RAPD foram semelhantes, sendo a aproximação mais forte entre 'Itália' e 'Rubi' que se ligaram aos cultivares Patrícia e A Dona. Os cultivares Piratininga e Eugênio, também bastante próximos, foram os seguintes a se ligarem às demais viníferas. Pelo polimorfismo enzimático e marcador RAPD, a muscadínia ficou bastante isolada dos outros grupos. Pelo método RAPD, aplicado às muscadínias, ao híbrido da Carolina do Norte NC66 C203-9, a um possível híbrido e seu parental feminino, observou-se o seguinte: os híbridos foram intermediários às muscadínias e viníferas, porém o possível híbrido se assemelhou ao parental feminino, enquanto o NC66203-9 apresentou bandas provenientes das muscadínias e viníferas, comprovando sua origem híbrida. Resumo em inglês Aiming to identify parents and hybrids among Vitis vinifera (bunch grapes) and Vitis rotundifolia (muscadine grapes) isozyme polymorphism and RAPD marker were used. GOT (glutamate oxaloacetate transaminase), IDH (isocitrate dehydrogenase) and PGI (phosphoglucoisomerase) systems could differentiate the muscadine, being identified five allozymes for GOT, two allozymes for LAP (leucine aminopeptidase) and four allozymes for EST (esterase). PGI and IDH systems were dimeric an (mais) d had the phenotype of four allozymes in two regions and three allozymes in one region, respectivelly. RAPD marker showed polymorphism that led to the differentiation among all genotypes. UPGMA dendrogram obtained through isozymes and RAPD marker were similar. The strongest linkage was found among 'Italia' and 'Rubi', followed by 'Patricia' and 'A Dona'. Piratininga and Eugênio cultivars were also closely linked to the others. Through isozymes and RAPD marker, muscadine was found very distantely and separately related to the other groups. When RAPD was used for muscadines, the NC66C203-9 hybrid, one possible hybrid and its female parent, the hybrids were located in an intermediate position for muscadine and bunch grapes, however the possible hybrid was similar to its female parent, while the NC66C203-9 presented bands from both muscadine and bunch grapes, confirming its hybrid origin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Digestibilidade do extrato de leveduras em frangos de corte/ Yeast extract digestibility for broilers

Silva, Vanessa Karla; Amoroso, Lizandra; Fukayama, Ellen Hatsumi; Dourado, Leilane Rocha Barros; Moraes, Vera Maria Barbosa de
2009-10-01

Resumo em português O objetivo neste trabalho foi determinar a composição química e de energia metabolizável e os coeficientes de digestibilidade da matéria seca, proteína bruta e dos aminoácidos contidos no extrato de leveduras fornecido para frangos de corte. Dois ensaios de metabolismo foram conduzidos: no primeiro ensaio, foram utilizados 200 frangos de corte machos Cobb-500® com 14 dias de idade alojados em baterias metálicas, distribuídos em delineamento inteiramente casualiz (mais) ado em grupos de 10 aves por unidade experimental. Utilizou-se o método de coleta total para determinar a energia metabolizável aparente (EMA) e aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio (EMAn) e os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca e da proteína bruta. No segundo ensaio, foi utilizado o método da alimentação forçada em oito galos cecectomizados para determinação do coeficiente de digestibilidade dos aminoácidos. O delineamento experimental foi em blocos casualizados repetidos no tempo, com um grupo de cinco aves recebendo o extrato de leveduras e outro com três aves mantidas em jejum para determinação das perdas endógenas de aminoácidos. Para avaliação da composição química do ingrediente, foram determinados os teores de bruta (PB), matéria seca (MS), energia bruta (EB) e aminoácidos. O extrato de leveduras contém em média 92,49% de MS, 48,07% de PB, 4.883 kcal de EB/kg e 2.073 kcal de EMAn/kg e coeficientes de digestibilidade de 65,79% da matéria seca, 65,47% da proteína bruta e 99,42% dos aminoácidos em frangos de corte. Os aminoácidos em maior proporção no extrato de leveduras são ácido glutâmico, leucina, ácido aspártico, alanina, prolina, lisina, valina, serina, isoleucina, glicina e treonina. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the chemical composition, metabolizable energy, the digestibility coefficients of dry matter, crude protein and the amino acids contained in yeast extract supplied to broiler chickens. Two metabolism assays were carried out. In the first assay, 200 14-day old Cobb-500® male broiler chickens were used kept in metallic cages in a randomized complete design in groups of 10 birds per experimental unit. The total excreta collection (mais) method was used to determine the apparent metabolizable energy (AME) and apparent corrected by the nitrogen balance (AMEn) and the apparent digestibility coefficients of the dry matter and crude protein. The second assay used the forced feeding method in eight roosters which were cecectomized to determine the amino acid digestibility coefficient. The experimental design was randomized blocks repeated in time, with a group of 5 roosters that received the yeast extract and another group of 3 fasted roosters to determine the endogenous losses of amino acids. The yeast extract contained on average 92.49% DM, 48.07% CP, 4.883 kcal GE/kg and 2.073 kcal EMAn/kg and digestibility coefficients of 65.79% dry matter, 65.47% crude protein and 99.42% amino acids in broilers. The largest proportion of amino acids in the yeast extract was glutamic acid, leucine, aspartic acid, alanine, proline, lysine, valine, serine, isoleucine, glycine, and threonine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Caracterização de isolados de Acidovorax avenae subsp. citrulli/ Characterization of strains of Acidovorax avenae subsp. citrulli

Oliveira, Janaína C.; Silveira, Elineide B.; Mariano, Rosa L.R.; Cardoso, Enildo; Viana, Ivanise O.
2007-12-01

Resumo em português Foram caracterizados 41 isolados de Acidovorax avenae subsp. citrulli com base em aspectos fisiológicos e bioquímicos. Todos os isolados induziram sintomas típicos da mancha-aquosa em plântulas, plantas e frutos de meloeiro (Cucumis melo) e melancieira (Citrullus lanatus). Pelo teste de agrupamento de Scott-Knott (P = 0,05) os isolados foram separados quanto ao índice de doença em 5 e 7 grupos, respectivamente para plântulas de meloeiro e melancieira, e em 2 grupos (mais) para plantas das duas hospedeiras. Em frutos, os isolados foram separados em 3 e 10 grupos para a variável diâmetro da lesão externa e 2 e 9 grupos para profundidade da lesão, respectivamente para melão e melancia. Todos os isolados induziram reação de hipersensibilidade em fumo (Nicotiana tabacum); utilizaram os compostos asparagina, L-leucina e DL-ácido lático; produziram enzimas lipolíticas e o fitohormônio ácido indol acético; foram sensíveis a oxicloreto de cobre (120 µg mL-1), óxido cuproso (120 µg mL-1), hidróxido de cobre (138,2 µg mL-1), sulfato de estreptomicina (25 µg mL-1) e Agrimaicin 500 (428 µg mL-1); e resistentes a kasugamicina (87 µg mL-1), agrimicina (200 µg mL-1), eritromicina (15 µg), gentamicina (10 µg), amoxicilina (10 µg), neomicina (30 µg), estreptomicina (10 µg), norfloxacina (10 µg) e rifampicina (5 µg). Nenhum isolado apresentou atividade pectinolítica, amilolítica, celulolítica e proteolítica ou produção do polissacarídeo levana e da toxina siringomicina. Foi constatada variabilidade entre os 41 isolados de A. avenae subsp. citrulli quanto à sensibilidade à tetraciclina (30 µg), sendo 41,5% resistentes, 46,3% moderadamente sensíveis e 12,2% altamente sensíveis. Resumo em inglês Forty-one isolates of Acidovorax avenae subsp. citrulli were characterized based on physiological and biochemical aspects. All isolates induced typical symptoms of fruit blotch on seedlings, plants and fruits of melon (Cucumis melo) and watermelon (Citrullus lanatus). The Scott-Knott test (P = 0.05) separated the isolates for disease index in 5 and 7 groups, respectively, for melon and watermelon seedlings, and 2 groups for plants of these two hosts. In fruits, all isolat (mais) es were separated in 3 and 10 groups for the variable diameter of extern lesion, and 2 and 9 groups for lesion depth, respectively, for melon and watermelon. All isolates induced hypersensitivity in tobacco (Nicotiana tabacum); utilized the composites asparagine, L-leucine and DL-acid lactic; produced enzymes lipolytic and phytohormone indoleacetic acid. None of the isolates studied showed pectinolytic, amylolytic, cellulolytic or proteolytic activity, nor produced polysaccharide levan and toxin syringomycin; showed sensitivity to copper oxychloride (120 µg mL-1), cuprous oxide (120 µg mL-1), copper hydroxide (138.2 µg mL-1), streptomycin sulfate (25 µg mL-1) and Agrimaicin 500 (428 µg mL-1); and resistance to kasugamycin (87 µg mL-1), agrimicin (200 µg mL-1), erythromycin (15 µg), gentamicin (10 µg), amoxicilin (10 µg), neomycin (30 µg) streptomycin (10 µg), norfloxacin (10 µg) and rifampicin (5 µg). With regard to tetracycline (30 µg), variability was found among the 41 isolates, with 41.5% considered resistant, 46.3% moderately sensitive and 12.2% highly sensitive.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Exigências Líquidas de Aminoácidos para Ganho de Peso de Nelores Não-Castrados/ Net Amino Acids Requirements for Weight Gain of Nellore Bulls

Silva, Fabiano Ferreira da; Valadares Filho, Sebastião de Campos; Ítavo, Luís Carlos Vinhas; Veloso, Cristina Mattos; Valadares, Rilene Ferreira Diniz; Cecon, Paulo Roberto; Moraes, Eduardo Henrique Bevitori Kling de; Paulino, Pedro Veiga Rodrigues
2002-01-01

Resumo em português Foram utilizados 40 novilhos Nelore inteiros, com peso vivo médio inicial de 240 kg, sendo quatro novilhos de referência, quatro alimentados para mantença e o restante distribuído em oito tratamentos, com quatro diferentes níveis de concentrado nas dietas (20; 40; 60 e 80%) e dois níveis de proteína bruta (PB) (15 e 18%). A fase de recria foi avaliada até 360 kg de peso vivo e a fase de engorda, até 450 kg de peso vivo. O volumoso utilizado foi feno de capim Tyft (mais) on (Cynodon dactylon). Após o abate, todas as partes do corpo do animal foram pesadas e amostradas. As amostras foram liofilizadas para determinação de matéria seca, pré-desengorduradas com éter e, posteriormente, moídas e determinados os teores de aminoácidos. As exigências líquidas de aminoácidos para ganho de peso foram calculadas segundo o método fatorial, no qual o ganho de proteína foi multiplicado pela composição aminoacídica do corpo vazio. A exigência líquida de aminoácidos para mantença foi estimada. A soma das exigências metabolizável para mantença e ganho compôs a exigência total de aminoácidos metabolizáveis. As exigências líquidas para ganho de aminoácidos diminuíram com o aumento do peso vivo do animal. A exigência total de aminoácidos metabolizáveis, expressos em % do total de aminoácidos essenciais, não variou muito com o aumento do peso vivo, obtendo-se valores médios de 2,66; 15,11; 6,09; 8,64; 9,26; 18,48; 8,33; 12,01; e 19,41 para metionina, lisina, histidina, fenilalanina, treonina, leucina, isoleucina, valina e arginina, respectivamente. Resumo em inglês Forty Nellore bulls, with 240 kg initial live weight (LW), were used. Four were reference bulls, four were fed for maintenance, and the remaining were allotted to eight treatments, with four different concentrate levels in the diets (20, 40, 60 and 80%) and two levels of crude protein (CP) (15 and 18%). The growing phase was evaluated up to 360 kg of LW and the fattening phase, up to 450 kg of LW. The roughage used was Tyfton bermudagrass hay (Cynodon dactylon). After sla (mais) ughter, all animal body parts were weighed and sampled. The samples were freeze dried to determine the dry matter, pre-degreased with ether, grinded and the concentrations of amino acids were determined. The net amino acids requirements for gain were calculated according to the factorial method, where the protein gain was multiplied by the empty body amino acids composition. The net amino acids requirements for maintenance were estimated. The sum of the metabolizable requirements for maintenance and gain composed the total metabolizable amino acids requirements. The net amino acids requirements for gain decreased with the increase of the animals live weight. The total metabolizable amino acids requirements, expressed in percentage of the total essential amino acids, did not change a lot as live weight increased, and the mean values were 2.66, 15.11, 6.09, 8.64, 9.26, 18.48, 8.33, 12.01, and 19.41 for methionine, lysine, histidine, phenylalanine, threonine, leucine, isoleucine, valine and arginine, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Formulação de rações para poedeiras com base em aminoácidos totais e digestíveis utilizando diferentes estimativas da composição de aminoácidos em alimentos/ Diet formulation based on the total and digestible amino acids and different estimates of amino acid ingredient composition, for laying hens

Filardi, Rosemeire da Silva; Casartelli, Elenice Maria; Junqueira, Otto Mack; Laurentiz, Antonio Carlos de; Assuena, Vinícius; Rodrigues, Eliana Aparecida
2006-06-01

Resumo em português Foram utilizadas poedeiras comerciais com 27 semanas de idade, distribuídas em delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 3 x 3, com três repetições de seis aves por tratamento. Os fatores consistiram de três métodos de estimativa da composição de aminoácidos em ingredientes (tabelas brasileiras, equações de predição e fator para correção de aminoácido em função do teor de proteína do ingrediente) e três recomendações de aminoácidos, se (mais) ndo duas de aminoácidos digestíveis e uma de aminoácidos totais. Os métodos de estimativa da composição de aminoácidos nos ingredientes afetaram apenas a conversão alimentar e a espessura de casca, que apresentaram os melhores resultados com a utilização das tabelas brasileiras. Embora as recomendações de aminoácidos tenham determinado diferenças em todos os parâmetros de desempenho, não afetaram a qualidade dos ovos. O desempenho das aves foi prejudicado pelos níveis de aminoácidos digestíveis, entretanto, ambas as recomendações promoveram desempenho semelhante e inferior ao de aminoácidos totais. O pior desempenho das aves alimentadas com as rações formuladas com aminoácidos digestíveis pode ser atribuído à deficiência em nitrogênio para a síntese de aminoácidos não-essenciais, visto que o nível protéico foi reduzido (12,5% PB), ou ainda à deficiência nos aminoácidos arginina, histidina, isoleucina, leucina e valina, cujos requerimentos mínimos não foram considerados na formulação das rações. Resumo em inglês Twenty-seven week-old commercial laying hens were allotted to a completely randomized design with a 3x3 factorial arrangement with three replicates of six birds per treatment. The factors consisted of hree methods for estimatingamino acid ingredient composition (Brazilian tables, prediction equations and factor for correcting amino acid in function of ingredient protein level) and three amino acid recommendations, being two for digestible amino acids and one for total ami (mais) no acid. Methods for estimation amino acid ingredients composition had effect only on feed conversion and shell thickness. The better results were found by using Brazilian tables for calculating amino acid values of ingredients used in diet formulation. Although, amino acid recommendations affected all performance parameters, they did not affect egg quality. Bird performance was prejudiced by digestible amino acid recommendation. The two digestible amino acid recommendations led to similar performances, which were lower than those reached after following total amino acid recommendation. The worst performance observed in birds fed diets balanced according to digestible amino acid recommendations might be a consequence of nitrogen lacking for synthesis of non essential amino acids, once protein level was reduced (12.5% CP), and also explained by the deficiency in arginine, histidine, isoleucine, leucine and valine because their requirements were not considered in the diet formulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Caracterização genética de populações naturais de araticunzeiro (Annona crassiflora Mart. - Annonaceae) no Estado de Goiás/ Genetic characterization of natural populations of "araticunzeiro" (Annona crassiflora Mart. - Annonaceae) collected in the State of Goiás, Brazil

Telles, Mariana P.C.; Valva, Fabrizio D.; Bandeira, Ludmila F.; Coelho, Alexandre S.G.
2003-03-01

Resumo em português No intuito de avaliar a magnitude e a distribuição da variabilidade genética existente em populações naturais de araticunzeiro, seis populações oriundas de duas regiões do Estado de Goiás foram amostradas (30 indivíduos cada) e analisadas para quatro sistemas enzimáticos: 6-Fosfogluconato Desidrogenase (6PGD), Fosfoglucomutase (PGM), Malato Desidrogenase (MDH) e Leucina Aminopeptidase (LAP). Dois locos diméricos foram encontrados para a enzima 6PGD, e um loco (mais) monomérico para os demais sistemas. Somente a enzima MDH apresentou monomorfismo em todas as populações, sendo que o número médio de alelos por loco polimórfico foi igual a dois. A heterozigosidade total média foi de 0,357, denotando a existência de elevada variabilidade genética na região para esta espécie. Cerca de 19% da variação genética total foram devidos a diferenças interpopulacionais, indicando uma elevada divergência genética entre as populações. A análise de variância das freqüências alélicas para os locos polimórficos no conjunto de populações evidenciou um elevado grau de estruturação genética em nível populacional, tendo-se observado coeficientes significativos para o parentesco entre indivíduos dentro de populações e para a endogamia total em nível individual. A avaliação da divergência genética entre as populações sugeriu a existência de um efeito da distribuição espacial sobre a magnitude da similaridade entre as mesmas. Os resultados sugerem que a espécie se reproduz preferencialmente por alogamia, em conformidade com achados de outros autores. Resumo em inglês The level and distribution of the genetic variability in natural populations of "araticunzeiro" were estimated using a sample of six natural populations, collected in two different regions of the State of Goiás, Brazil. Samples comprising 30 individuals from each population were genetically evaluated for four allozyme loci: 6-Phosphogluconate Dehydrogenase (6PGD), Phosphoglucomutase (PGM), Malate Dehydrogenase (MDH) and Leucine Aminopeptidase (LAP). Two dimeric loci were (mais) detected for the 6PGD isozyme system while all the other systems evaluated showed typical monomeric loci pattern. No polymorphism was detected for the MDH enzymatic system. The estimated average number of alleles per polymorphic loci was two. The estimated total heterozygosity (averaged across loci) was 0.357, suggesting that a high level of genetic variability is present in the species along the sampled geographic region. About 19% of the total genetic variation was found to be due to differences at the population level, suggesting the existence of a high genetic divergence among populations. Accordingly, the analysis of variance of allelic frequencies for each polymorphic loci showed a strong genetic structure at the population level. Significant values for the average coefficients of coancestry among individuals within populations and for total inbreeding were found. The genetic divergences between pairs of populations showed to be partially correlated to the geographic distances between pair members. Results obtained here suggested that A. crassiflora is preferentially alogamous, in conformity with other authors findings.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Efeitos da suplementação de b-hidroxi-b-metilbutirato sobre a força e a hipertrofia/ Effects of b-hydroxy-b-methylbutyrate supplementation on strength and hypertrophy

Alvares, Thiago da Silveira; Meirelles, Cláudia de Mello
2008-02-01

Resumo em português O b-hidroxi-b-metilbutirato é um metabólito da leucina estudado devido aos seus efeitos anticatabólicos e possíveis implicações sobre os ganhos de força e massa muscular associados ao treinamento contra-resistência (conhecido como musculação). O objetivo deste trabalho foi revisar a literatura referente à suplementação de b-hidroxi-b-metilbutirato e os seus efeitos sobre força e hipertrofia em adultos jovens e idosos iniciantes ou treinados em treinamento co (mais) ntra-resistência. Estudos em indivíduos iniciando um programa de treinamento contra-resistência sugerem que a suplementação diária de 1,5 a 3,0g de b-hidroxi-b-metilbutirato pode trazer benefício ergogênico durante as primeiras quatro ou cinco semanas. Entretanto, à medida que o programa de treinamento evolui, tais efeitos não permanecem e os ganhos de força e massa muscular são proporcionados apenas pelo treinamento contra-resistência. Em indivíduos treinados, os resultados parecem não ser os mesmos, uma vez que, desde o início da suplementação, o b-hidroxi-b-metilbutirato não demonstra qualquer benefício adicional aos induzidos pelo treinamento contra-resistência. Alguns efeitos do b-hidroxi-b-metilbutirato na redução do colesterol total e lipoproteína de baixa densidade também foram observados, porém, devido às poucas evidências, não há recomendações para tal finalidade. Nenhum efeito adverso da suplementação foi observado, sendo, aparentemente, segura, contudo a maioria dos estudos foi realizada em curto prazo (menos de 4 semanas) e em indivíduos destreinados. Assim, mais estudos são necessários para esclarecer o mecanismo fisiológico por meio do qual o b-hidroxi-b-metilbutirato exerce seus efeitos anticatabólicos em destreinados e para observar possíveis efeitos adversos. Resumo em inglês b-hydroxy-b-methylbutyrate is a leucine metabolite studied for its anticatabolic effects and potential benefits on strength and muscle mass gains associated with resistance training. The aim of this review was to discuss the effects of b-hydroxy-b-methylbutyrate supplementation on strength and hypertrophy in previously trained or untrained young and older adults. Studies undertaken with individuals initiating a resistance training program have suggested that a daily b-hyd (mais) roxy-b-methylbutyrate supplementation dosage of 1.5 to 3.0g may be responsive as an ergogenic aid up to the fourth or fifth week of resistance training. Such effects do not seem to remain afterward, when gains in strength and muscle mass are the result of resistance training only. In resistance trained subjects b-hydroxy-b-methylbutyrate supplementation did not show any additional benefits during resistance training. b-hydroxy-b-methylbutyrate supplementation has been shown to reduce total cholesterol and low-density lipoprotein cholesterol, although there seems to be no available recommendation for its supplementation, since scientific evidence is lacking. No b-hydroxy-b-methylbutyrate adverse effects have been observed, and its supplementation is apparently safe, however, most studies were conducted during a short-term period (less then 4 weeks) and with untrained individuals. There is a need for more studies to elucidate the physiological mechanisms underlying the anticatabolic action of b-hydroxy-b-methylbutyrate supplementation in untrained subjects, and to investigate possible adverse effects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Composição físico-química e valores energéticos dos resíduos de goiaba e tomate para frangos de corte de crescimento lento/ Physicochemical composition and energy and nutritional characteristics of guava and tomato residues for free range broilers

Silva, Edney Pereira da; Silva, Demósthenes Arabutan Travassos da; Rabello, Carlos Bôa-Viagem; Lima, Rodrigo Barbosa; Lima, Michele Bernardino; Ludke, Jorge Vitor
2009-06-01

Resumo em português Objetivou-se determinar a composição físico-química e o valor energético dos farelos de goiaba e de tomate para frangos de corte de crescimento lento. Analisou-se a composição químico-fisica e, em seguida, realizou-se ensaio de metabolismo utilizando-se 60 frangos da linhagem Caipirão, com 65 dias de idade, distribuídos ao acaso em três tratamentos e cinco repetições de quatro aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de uma ração-referênci (mais) a e duas rações-teste, formuladas com 70% da ração-referência e 30% de farelo de goiaba ou tomate. O experimento teve duração de dez dias, cinco para adaptação das aves às rações e cinco para coleta total das excretas. A composição químico-física dos farelos de tomate e de goiaba (na matéria natural) foi: 90,81 e 91,96% de matéria seca (MS); 10,09 e 21,74% de proteína bruta (PB); 11,71 e 12,01% de extrato etéreo (EE); 1,25 e 4,76% de matéria mineral (MM); 55,62 e 43,66% de fibra bruta (FB); 64,06 e 51,53% de fibra em detergente neutro (FDN); 57,38 e 42,22% de fibra em detergente ácido (FDA); 6,67 e 9,32% de hemicelulose; 4.290 e 4.368 kcal/kg de energia bruta (EB), 576,32 e 201,90 g/L de densidade; e 1.271,56 e 1.092,66 µm de diâmetro geométrico médio, respectivamente. Para os aminoácidos, os valores encontrados foram: 0,17 e 0,33% de metionina; 0,32 e 0,30% de cistina; 0,16 e 1,12% de lisina; 0,23 e 0,75% de treonina; 1,47 e 1,57% de arginina; 0,32 e 0,78% de isoleucina; 0,71 e 1,27% de leucina; 0,39 e 0,90% de valina; 0,25 e 0,43% de histidina; 0,44 e 0,93% de fenilalanina; 0,85 e 1,08% de glicina; 0,42 e 0,99% de serina; 0,30 e 1,05% de prolina; 0,35 e 0,945 de alanina; 0,97 e 2,19% de ácido aspartico; 1,91 e 3,105 de ácido glutâmico, respectivamente. Os valores de energia metabolizável aparente corrigida, com base na matéria natural, foram 1.436 e 1.969 kcal/kg, respectivamente. Resumo em inglês The objective of this work was to determine the physicochemical composition and metabolizable energy values of guava and tomato meal for free range broilers. The physicochemical composition was analyzed and later the metabolism assay was performed with sixty Caipirão lineage 65-day-old free range broilers distributed in a completely randomized design with three treatments and five replicates of four birds each. The treatments were: reference diet and two test diets, one (mais) with 70% of reference diet and 30% of guava residue meal and another with 30% of tomato residue meal. The experiment lasted ten days, five for adaptations and five for the total excreta collection. The physicochemical composition of the guava and tomato residue was: 90.81 and 91.96% of DM; 10.09 and 21.74% of CP; 11.71 and 12.01% of EE; 1.25 and 4.76% of ASH, 55.62 and 43.66% of CF; 64.06 and 51.53% of NFD; 57.38 and 42.22% of AFD; 6.67 and 9.32% of hemicellulose; 4,724 and 4,750 kcal/kg GE, 576.32 and 201.90 g/L densities and geometric diameter of the particles 1,271.56 and 1,092.66 µm. The amino acids profile was: 0.17 and 0.33% of methionine; 0.32 and 0.30% of cystine; 0.16 and 1.12% of lysine; 0.23 and 0.75% of threonine; 1.47 and 1.57% of arginine; 0.32 and 0.78% of isoleucine; 0.71 and 1.27% of leucine; 0.39 and 0.90% of valine; 0.25 and 0.43% of histidine; 0.44 and 0.93% of phenylalanine; 0.85 and 1.08% of glycine; 0.42 and 0.99% of serine; 0.30 and 1.05% of proline; 0.35 and 0.945 of alanine; 0.97 and 2.19% of aspartic acid; 1.91 and 3.105 of glutamic acid, respectively. The apparent metabolizable energy values were: 1.436 and 1.969 kcal/kg, respectively, for guava and tomato residues.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Genes diferencialmente expressos em cana-de-açúcar inoculada com Xanthomonas albilineans, o agente causal da escaldadura da folha/ Diferential gene expression in sugar cane infected with Xanthomonas albilineans, causal agent of leaf scald

Dabbas, Karina Maia; Ferro, Maria Inês Tiraboschi; Barros, Neli Martins de; Laia, Marcelo Luiz de; Zingaretti, Sonia Marli; Giachetto, Poliana Fernanda; Moraes, Vicente Alberto de; Ferro, Jesus Aparecido
2006-09-01

Resumo em português A escaldadura da folha, causada pela bactéria Xanthomonas albilineans colonizadora do xilema, é uma das principais doenças da cana-de-açúcar. A sintomatologia na fase crônica é caracterizada principalmente pelo aparecimento de uma faixa branca paralela à nervura central da folha, que evolui até queimar totalmente, sendo também observado brotação de gemas laterais no colmo. Neste trabalho, a técnica de macroarranjos de cDNA foi empregada para o estudo da expre (mais) ssão de 3.575 ESTs (espressed sequence tags) em folhas de cana-de-açúcar. Foram utilizadas duas variedades, uma resistente (SP82-1176) e outra suscetível (SP78-4467) a Xanthomonas albilineans as quais foram infectadas mecanicamente por ferimentos. As membranas dos macroarranjos foram confeccionadas a partir de ESTs de bibliotecas de folha e cartucho de cana-de-açúcar provenientes do projeto SUCEST e hibridizadas contra sondas de cDNA de plantas infectadas e controle marcadas com isótopos radioativos. Analisando os resultados dos macroarranjos foi possível verificar um comportamento diferenciado para cada variedade durante o ataque do patógeno. Após realizadas análises estatísticas identificamos na variedade resistente ESTs com expressão induzida relacionadas com biossíntese de isoprenoides, proteínas LRR transmembrânica, "ziper" de leucina, lignificação, tolerância ao frio, diferenciação de plastídeos, sistemas de defesa e de adaptação da planta ao meio ambiente. As ESTs reprimidas na variedade resistente foram àquelas relacionadas com genes responsáveis pela síntese de proteínas do controle da expansão da parede celular, detoxificação e transporte de auxina. Na variedade susceptível foram reprimidas ESTs relacionadas a genes de proteínas das respostas de defesa da planta, biossíntese de Etileno e regulação da transcrição. Resumo em inglês The leaf scald disease, caused by the xylem-invading pathogen Xanthomonas albilineans, is one of the most devastating diseases of sugarcane. Chronic symptoms are characterized by white pencil-line streaks surrounding invaded leaf vascular bundles, which may result in fully burnt leaves, and by lateral bud development. In this work, using a macroarray approach, we analyzed the expression profile of 3,575 ESTs (expressed sequence tags) of sugarcane, in two sugarcane varieti (mais) es, classified as susceptible (SP78-4467) or resistant (SP82-1176) to Xanthomonas albilineans infection. Membranes were constructed with ESTs from sugarcane leaf roll tissues and hybridized with radio labeled cDNAs from infected and non-infected sugarcane tissue. Data analysis showed a different pattern of expression during pathogen infection. This approach allowed the identification of differentially induced ESTs for proteins involved isoprenoid biosynthesis, transmembrane LRR protein, leucine zipper, lignification, cold tolerance, plant response and environmental adaptation in the resistant variety. Repressed ESTs in this variety were related to proteins involved in plant cellular expansion, detoxification, and auxin transport. In the susceptible variety, the differentially repressed ESTs were related to proteins involved in plant defense response, Ethylene biosynthesis, and transcription regulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Avaliação in vivo da qualidade protéica do champignon do Brasil (Agaricusbrasiliensis Wasser et al.)/ In vivo protein quality evaluation of champignon do Brasil (Agaricus brasiliensis Wasser et al.)

Henriques, Gilberto Simeone; Simeone, Maria Lúcia Ferreira; Amazonas, Maria Angela Lopes de Almeida
2008-10-01

Resumo em português OBJETIVO: O trabalho aqui descrito trata da avaliação de uma dieta experimental contendo Champingnon do Brasil (Agaricus brasiliensis) como fonte de proteína em um modelo experimental de ratos. MÉTODOS: Para este propósito, foram selecionados 24 ratos Wistar machos, recém desmamados (21 dias) divididos em 3 grupos de 8 animais cada, que foram alimentados com uma dieta padrão de caseína, ou com uma dieta experimental de proteína de Agaricus brasiliensis ambas cont (mais) endo 10% de proteína e isoenergéticas ou ainda, com uma dieta com muito baixo teor de proteína. O ensaio biológico foi realizado em 28 dias, ao longo dos quais se determinou a concentração de nitrogênio na urina e nas fezes, além dos cálculos do Quociente de Eficiência Alimentar (ganho de peso dividido pelo consumo de dieta), do Quociente de Eficiência Protéica (ganho de peso dividido pelo consumo de proteína), da Razão Protéica Líquida (ganho de peso corrigido dividido pelo consumo de proteína) e da Digestibilidade Verdadeira. RESULTADOS: Os resultados demonstraram que quando o Champignon do Brasil foi utilizado como fonte exclusiva de proteína na dieta, os índices de qualidade protéica apresentaram-se baixos (Quociente de Eficiência Alimentar=0,08, Quociente de Eficiência Protéica=0,92 e Razão Protéica Líquida=3,00), quando comparados com a dieta padrão caseína (Quociente de Eficiência Alimentar=0,30, Quociente de Eficiência Protéica=3,05 e Razão Protéica Líquida=4,21). Os índices obtidos para o grupo Agaricus mostraram-se comparáveis àqueles apresentados por alguns tipos de proteína vegetal e podem ser explicados por sua limitação em aminoácidos essenciais, notadamente a lisina e a leucina, respectivamente primeiro e segundo aminoácido limitante. CONCLUSÃO: Os dados apontam para a utilização da proteína do Agaricus brasiliensis como uma boa fonte para complementação protéica, quando combinada com outras culturas vegetais comuns na dieta típica brasileira. Resumo em inglês OBJECTIVE: The present work describes the biological evaluation of an experimental diet containing Champingnon do Brasil (Agaricus brasiliensis) as the main protein source for a rat experimental model. METHODS: For this purpose, 24 21-day-old male Wistar rats were divided into 3 groups of 8 animals each and were fed with a standard casein diet or an experimental Agaricus diet both with 10% protein and isoenergetic or a very low protein diet. A biological assay was done fo (mais) r 28 days by determining the concentration of nitrogen in the urine and stools and calculating the Food Efficiency Ratio (weight gain divided by food intake), Protein Efficiency Ratio (weight gain divided by protein intake), Net Protein Ratio (corrected weight gain divided by protein intake) and True Digestibility. RESULTS: The results showed that when Champignon do Brasil was used as the only source of protein in the diet, the Protein Quality indices were low (Food Efficiency Ratio=0.08, Protein Efficiency Ratio=0.92 and Net Protein Ratio=3.00) when compared with the standard casein diet (Food Efficiency Ratio=0.30, Protein Efficiency Ratio=3.05 and Net Protein Ratio=4.21). The indices obtained for Agaricus were comparable to some plant protein sources and can be explained by the first and second limiting amino acids, lysine and leucine, respectively. CONCLUSION: The data show that Agaricus brasiliensis is a good source of protein when combined with other vegetables that are common in the typical Brazilian diet.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Hipersensibilidade e necrose sistêmica em Nicotiana benthamiana transformada com o gene de resistência Sw-5 de tomateiro/ Hypersensitive response and systemic necrosis in Nicotiana benthamiana transformed with the Sw-5 resistance gene from tomato

Lau, Douglas; Oliveira, Julio Cezar F. de; Lau, Elene Y.; Brommonschenkel, Sérgio H.
2006-06-01

Resumo em português O gene Sw-5 do tomateiro confere resistência a várias espécies de tospovírus e codifica uma proteína contendo domínios de ligação a nucleotídeos e repetições ricas em leucina. Tomateiros com Sw-5 exibem reações necróticas nas folhas inoculadas com tospovírus. Estas reações e a estrutura da proteína Sw-5 indicam que a resistência ocorre por meio do reconhecimento do patógeno e desencadeamento da resposta de hipersensibilidade. A capacidade de Sw-5 de co (mais) nferir resistência a tospovírus em tabaco selvagem (Nicotiana benthamiana Domin.) foi avaliada em plantas transgênicas. Uma construção com a seqüência aberta de leitura de Sw-5 e sua região 3’ não-traduzida sob controle do promotor 35S do CaMV foi utilizada para transformação de N. benthamiana via Agrobacterium tumefaciens. Plantas de progênies R1 foram inoculadas com um isolado de tospovírus e avaliadas quanto à ocorrência de reação de hipersensibilidade e resistência à infecção sistêmica. Em uma progênie com segregação 3:1 (resistente:suscetível), foi selecionada uma planta homozigota e sua progênie avaliada quanto ao espectro da resistência a tospovírus. Plantas com o transgene exibiram resposta de hipersensibilidade 48 h após a inoculação, sendo resistentes à infecção sistêmica. O fenótipo da resistência foi dependente do isolado viral e um isolado de Tomato chlorotic spot virus (TCSV) causou necrose sistêmica em todas as plantas inoculadas, enquanto que isolados de Groundnut ringspot virus (GRSV) e um isolado relacionado a Chrysanthemum stem necrosis virus (CSNV) ficaram restritos ao sítio de infecção. Comparações do espectro da resistência obtido neste trabalho com aquele observado em outros membros da família Solanaceae indicam que as vias de transdução de sinais e as respostas de defesa ativadas por Sw-5 são conservadas dentro desta família e polimorfismos genéticos nas vias de transdução de sinais ou em componentes das respostas de defesa podem resultar em diferentes níveis de resistência. Resumo em inglês The tomato gene Sw-5 confers resistance against tospovirus species and codes for a nucleotide binding site and leucine rich protein. Tomatoes with the Sw-5 gene develop a necrotic reaction when mechanically inoculated with tospoviruses. The necrotic lesions on inoculated leaves of the resistant plants and the structure of the protein codified by Sw-5 suggests that the resistance depends on recognition of the pathogen and activation of hypersensitive response (HR). The cap (mais) acity of the Sw-5 to confer resistance in wild tobacco (Nicotiana benthamiana) was evaluated in transgenic plants transformed by Agrobacterium tumefaciens. The Sw-5 ORF and its own 3' UTR region were placed under 35S promoter control. Plants of R1 progenies were inoculated with tospovirus and evaluated for local and systemic symptoms. In one progeny with 3:1 (resistant:susceptible) segregation ratio a homozygous plant was selected and the resistance spectrum of its progeny was evaluated. Transgenic plants showed hypersensitive response 48 h after inoculations and were resistant to tospovirus infection. The resistance was isolate-specific and a Tomato chlorotic spot virus (TCSV) isolate caused systemic necrosis in the transformed plants, while Groundnut ringspot virus (GRSV) isolates and one Chrysanthemum stem necrosis virus (CSNV) related isolate was restricted to the inoculation site. Comparisons of the resistance spectrum with that observed in other members of the Solanaceae suggest that the signal transduction pathways and resistance responses triggered by Sw-5 are conserved in Solanaceae, and the genetic polymorphism in the signal transduction pathways or defense response components may result in different resistance levels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Polimorfismo enzimático em populações de Melipona quadrifasciata anthidioides Lepeletier (Hymenoptera, Apidae, Meliponinae)/ Enzymatic polymorphism in Melipona quadrifasciata anthidioides Lepeletier populations (Hymenoptera, Apidae, Meliponinae)

Aidar, Davi S.; Pagotto, Rubiane C.; Contel, Eucleia P.B.
2001-06-01

Resumo em inglês Them aim scope of this study is to characterize the enzymatic polymorphism found in the Melipona quadrifasciata Lepeletier, 1936 populations from Ribeirão Preto, São Paulo and Espírito Santo, Brazil and its hybrids. Samples from each colony (about 52) were prepared for starch gel electrophoresis in order to investigate the genetic variation of the following enzimes: esterase (EST), isocitrate dehydrogenase (IDH), malic enzyme (ME), phosphoglucomutase (PGM), superoxide (mais) desmutase (SOD), α-glycerophosphate dehydrogenase (αPGD), malate dehydrogenase (MDH), leucine aminopeptidase (LAP), hexokinase (HK) and phosphoglucose isomerase (PGI). The analysis showed that LAP and HK did not show enzymatic activity and EST showed two alleles(est-sand and est-f) while all the others were shown to be monomorphic. The allele EST-S showed a frequency of 82,6%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Isoenzimatic variability among five peanut cultivars/ Avaliação da variabilidade isoenzimática de cinco cultivares de amendoim

Galgaro, Maria Leticia; Lopes, Catalina Romero
1994-01-01

Resumo em português A variabilidade genética foi avaliada dentro e entre amostras de diferentes cultivares de amendoim, Arachis hypogaea L., conhecidos como Roxo, Tatu Branco, Tatu Vermelho, Tatuí Vermelho e Tatuí (sementes com película branca), fornecidos por fazendas situadas nas regiões dos municípios de Marília, Presidente Prudente e São Manuel. Para tal análise, foi utilizada a técnica de eletroforese horizontal em gel de poliacrilamida, para os sistemas da leucil-aminopeptida (mais) se (LAP), aspartato aminotransferase (ATT) e peroxidase (PER). No sistema da leucil-aminopeptidase, foram observadas três bandas enzimáticas, denominadas LAP-A, LAP-B e LAP-C. Os padrões de bandas obtidos para o sistema da aspartato-aminotransferase mostraram a existência de três bandas anódicas, AAT-A, AAT-B e AAT-C. No sistema da peroxidase (PER), foram observadas quinze bandas, sendo oito anódicas (PER-A a PER-H) e sete catódicas (PER-I a PER-P). Os sistemas enzimáticos da peroxidase e leucil-aminopeptidase não foram discriminativos para as amostras analisadas dos diferentes cultivares obtidos nas diversas regiões. O sistema da aspartato-aminotransferase apresentou um padrão composto pelas bandas AAT-B e AAT-C, que se mostrou característico e discriminativo para as amostras do cultivar Tatu Branco, procedente de Presidente Prudente, e do 'Tatuí Vermelho', proveniente de Presidente Prudente e São Manuel. Resumo em inglês Genetic variability within and among different samples of peanut (Arachis hypogaea L.) from the cultivars Roxo, Tatu Branco, Tatu Vermelho, Tatuí Vermelho and Tatuí (white skin seeds) was evaluated using polyacrilamide gel electrophoresis by studying leucine aminopeptidase (LAP), aspartate aminotransferase (ATT) and peroxidase (PER) enzymatic systems. Seeds were obtained from local farms located in Marília, Presidente Prudente and São Manuel cities, State of Sao Paulo (mais) , Brazil. Three enzymatic bands called LAP-A, LAP-B and LAP-C were observed in the patterns of the leucine aminopeptidase. Aspartate aminotransferase patterns showed three anodic bands, AAT-A, AAT-B and AAT-C. The peroxidase system showed fifteen bands, including eight anodics (PER-A to PER-H) and seven cathodics (PER-I to PER-P). The peroxidase and leucine aminopeptidase enzymatic systems were not discriminative among the different samples from the five cultivars analysed. Only the aspartate aminotransferase enzymatic system showed one characteristic pattern compound by AAT-B and AAT-C bands. This pattern was observed in Tatu Branco from Presidente Prudente and Tatuí Vermelho from Presidente Prudente and São Manuel.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Identificação de espécies de citros mediante polimorfismo enzimático/ Identification of citrus species by means of enzymatic polymorphism

Sawazaki, Haiko Enok; Sodek, Ladaslav; Pio, Rose Mary; Müller, Gerd Walter
1992-01-01

Resumo em português Estudou-se, mediante polimorfismo enzimático em gel de poliacrilamida, a variabilidade genética das espécies de laranja-doce (Citrus sinensis); laranja-azeda (C. aurantium); tangerinas clementina (C. clementina), sunki (C. sunki), cleópatra (C. reshni) e poncã (C. rsticulata); lima-da-pérsia (C. limettioides); limão-galego (C. aurantifolia); limão-cravo (C. limonia) e trifoliata (Poncirus trifoliata). Extratos de folhas foram analisados para as isoenzimas de malat (mais) o deidrogenase (MDH), enzima málica (ME), leucino amino peptidase (LAP), glutamato oxaloacetato transaminase (GOT), fosfoglucoisomerase (PGI), fosfoglucomutase (PGM) e isocitrato deidrogenase (IDH). Verificou-se grande variabilidade genética interespecífica, porém nenhuma entre os cultivares de laranja-doce. Foram encontradas algumas aloenzimas, além das referidas pela literatura em gel de amido, como aquelas de uma região próxima ao loco conhecido por Pgm-1, responsável por proteínas monoméricas. Este sistema, denominado PGM, revelou a maior diferenciação entre as espécies, tendo apresentado duas regiões distintas com 9 alelos. No sistema MDH, foram considerados dois locas codificando para proteínas diméricas com 7 alelos; no ME, um loco com 3 alelos; no LAP, possivelmente dois locos responsáveis por proteínas monoméricas com 4 alelos; no GOT, dois focos com 7 alelos; no PGI, um loco com 3 alelos e no IDH, um loco com 4 alelos. Resumo em inglês The genetic diversity of citrus cultivars was studied by polyacrylamide gel electrophoresis on sweet orange (C. sinensis); tangerines (C. clementine, C. sunki, C. reshni, C. reticulata); Palestine lime (C. Iimettioides); West Indian lime (C. aurantifolia); Rangpur lime (C. limonia), Sour orange (C. aurantium) and Poncirus trifoliata. Citrus leaf extracts were analysed for isozymes of malato dehidrogenase (MDH), malic enzyme (ME), leucine aminopeptidase (LAP), glutamate ox (mais) aloacetate transaminase (GOT), phosphoglucose isomerase (PGI), phosphoglucose mutase (PGM) and isocitrate dehydrogenase (IDH). Interespecific differences were observed; but, none between intraespecific C. sinensis cultivars. Some allozymes were observed in addition to those reffered in the literature on starch gel; e.g., allozymes located next to the known Pgm-1 loci. The PGM system revealed the best differentiation between the cultivars. It showed monomeric proteins and 9 alleles. The MDH system had two loci with 7 alleles; the ME system one locus with 3 alleles; the LAP system one possible locus next to the known Lap-1 and 4 alleles; the GOT two loci for dimeric proteins with 7 alleles; the PGI one locus with 3 alleles; and, the IDH one locus with 4 alleles.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Diversidade genética em palmeiras através de isoenzimas e RAPD/ Genetic relationships of palms based on enzimatic and RAPD polymorphism

SAWAZAKI, H. E.; BOVI, M. L. A.; SODEK, L.; COLOMBO, C.A.
1998-11-01

Resumo em português Estudou-se, mediante polimorfismo enzimático em gel de poliacrilamida e polimorfismo de DNA com base na amplificação de segmentos de DNA ao acaso, denominado RAPD, a variabilidade genética em algumas espécies e ecótipos de palmeiras dos gêneros Euterpe, Bactris, Elaeis e Syagrus. Os extratos de folhas de mudas dessas palmeiras foram analisados para as isoenzimas de malato desidrogenase (MDH), leucinoaminopeptidase (LAP), glutamato oxaloacetato transaminase (GOT), f (mais) osfoglucose isomerase (PGI), fosfoglucose mutase (PGM), fosfatase ácida (ACP), peroxidase (PRX), esterase (EST) e para os marcadores RAPD, utilizando os "primers" dos kits A e B da Operon Technologies. Verificou-se grande variabilidade genética interespecífica, comprovada pelos dendrogramas UPGMA, com reconhecimento de híbridos. Foram observadas várias bandas além das referidas pela literatura em gel de amido. Os resultados dos marcadores RAPD comprovaram os das isoenzimas com maior eficácia, pois possibilitaram facilmente a análise de grande número de marcadores genéticos. Resumo em inglês Genetic diversity of palms was studied by means of enzymatic polymorphism using polyacrilamide gel electrophoresis and a DNA polymorphism assay based on the amplification of random DNA segments, denominated RAPD. Species and ecotypes from genus Euterpe, Bactris, Elaeis and Syagrus were utilized. Palm leaf extracts were utilized for isozymes of malate dehydrogenase (MDH), leucine aminopeptidase (LAP), glutamate oxaloacetate transaminase (GOT), phosphoglucose isomerase (PGI (mais) ), phosphoglucose mutase (PGM), acid phosphatase (ACP), peroxidase (PRX), esterase (EST), and the RAPD markers technique, using the A and B kits from Operon Technologies. Interespecific differences were observed, as well as distinctive patterns for palm hybrids. Some bands were observed in addition to those cited in the literature where starch gel electrophoresis was used for enzymatic polymorphism. The conclusions with regard to polymorphic patterns obtained using the RAPD technique confirmed those observed with isozymes, with the advantages of its greater efficiency and ability to process a large number of samples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Caracterização de germoplasma de soja e de feijão através de eletroforese de isoenzimas da semente/ Soybean and bean germoplasm characterization by electrophoresis of seed isoenzymes

ANTI, ANA BEATRIZ
2000-01-01

Resumo em português Foram estudadas, através de eletroforese em gel de poliacrilamida, isoenzimas de sementes de plantas de dois cultivares de soja, IAC 6 e IAC 9, e de duas linhagens de feijão da variedade Goiano Precoce, uma com folha lisa e outra com folha rugosa, tendo em vista sua caracterização. Apesar de possuírem um parental em comum, os dois cultivares de soja diferiram entre si com relação aos perfis eletroforéticos de urease, fosfatase ácida, malato desidrogenase e leucin (mais) a aminopeptidase evidenciando que essa técnica pode ser usada para discriminar outros cultivares de soja; entretanto as duas linhagens de feijão não diferiram entre si nos zimogramas estudados, indicando um grande parentesco e reforçando a hipótese de que a linhagem de folha rugosa poderia ter-se originado da linhagem de folha lisa por mutação de ponto. Resumo em inglês Seed isoenzymes of two soybean cultivars, IAC 6 and IAC 9, and two lines of the bean cultivar Goiano Precoce, one with smooth leaves and the other with wrinkled leaves, were studied through electrophoresis. The plants of soybean cultivars differed for the isoenzymes urease, acid phosphatase, malic dehydrogenase and leucine aminopeptidase. The results indicate that the two cultivars of soybean are very different genetically, despite their origin from a single, older variet (mais) y. The eletrophoretic characters which differed between the two soybean cultivars may have potentiality for discriminating them among other cultivars. On the other hand, the lines of these bean cultivars did not differ in any of the analysed characters that would indicate a very close relationship between them. These results are consistent with the hypothesis, from morphological data, that wrinkled leaves Goiano Precoce could be originated from the other line with smooth leaves through a point mutation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Avaliação da infestação de insetos-praga associados à batata (Solanum tuberosum L.) sob efeito de nutrientes nitrogenados e potássicos e teores acumulados de aminoácidos livres nas cultivares Achat e Monalisa

Azeredo, Edson Henrique de; Cassino, Paulo Cesar Rodrigues; Lima, Eduardo
2002-01-01

Resumo em inglês Evaluation of insect-pest infestation associated to potato (Solanum tuberosum L.) under effect of nitrogen and potassium fertilizers and the accumulated amount of free aminoacids in Achat and Monalisa cultivars. The objective of this work was to evaluate the occurence of insect-pests on potato plants influenced by dosages of nitrogen and potassium accumulated in plant organs. A total of 169 plants of the Achat and Monalisa cultivars were evaluated to determine the presenc (mais) e-absence of Diabrotica speciosa Germar, 1824 and Agrotis ipsilon Hüfnagel, 1767. The experiment was carried out and executed at the Universidade Federal Fluminense, and the delineation was complete randomized block design, with four replication and nine treatments, using three fertilization level (0; 75 and 150 Kg/ha) with N-urea + KCl. The aminoacid levels were adjusted by the Leucine standard-curve (µg/l), using the Ninhydrin method, at 570 nm. The results showed that the tubercles of Monalisa accumulated high free aminoacid levels with 7,95% in the treatment N1K2 and 7,75% in the N2K1.These treatments, induced the infestation by D. speciosa larvae in 27,03%, when the aminoacid level was 2,01 ± 0,58% (X ± EP), with probability of 0,0196

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)