Sample records for lead 212
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Perfil fonoaudiológico da comunidade do Dendê: perspectiva para ações futuras/ Speech-language pathology profile of the Dendê community: perspectives for future actions

Antunes, Denise Klein
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Traçar o perfil fonoaudiológico da comunidade do Dendê, caracterizando os aspectos de linguagem oral e escrita, voz, audição e motricidade orofacial, a partir de queixas referidas. MÉTODOS: Estudo exploratório-descritivo, realizado a partir da aplicação de protocolo abordando aspectos gerais e fonoaudiológicos, com base nas informações contidas nos prontuários das 335 famílias assistidas pela Fonoaudiologia na comunidade do Dendê, totalizando 1704 (mais) sujeitos. RESULTADOS: Grande parte das famílias do Dendê, 70%, ganha até dois salários mínimos. Observou-se que 20,6% da população infantil apresentou queixas de problemas de linguagem, sendo 21,2% delas, de dificuldade de aprendizagem escolar. Houve ocorrências do hábito de sucção de chupeta em 50,4% das crianças, seguido da mamadeira em 42,2%, com até dois anos de idade. Nas crianças entre dois e seis anos ainda observou-se uso elevado destes hábitos, sendo 31,2% uso da mamadeira e 29,7% sucção de chupeta. A sucção digital foi observada em 9,1% das crianças acima de seis anos. Houve um baixo percentual de queixas auditivas, assim como de voz, em apenas 2,2% da população. CONCLUSÃO: Foi verificado que as alterações fonoaudiológicas mais prevalentes estavam relacionadas à presença de hábitos orais, seguidas por aspectos da linguagem oral e escrita. No entanto, um baixo nível de queixas de audição e de voz foi relatado. A realização de um diagnóstico situacional ajuda no redirecionamento das atividades postas em prática na comunidade, visando a população assistida. Isto é alcançado por meio de iniciativas educativas de prevenção e promoção de saúde, as quais devem conduzir a resultados melhores, mais rápidos e mais eficazes. Resumo em inglês PURPOSE: To trace the Speech-Language Pathology profile of the Dendê community, characterizing aspects of oral and written language, voice, hearing and orofacial myology, based on referred complaints. METHODS: Exploratory-descriptive study, carried out with the application of a protocol that addressed general and Speech-Language Pathology aspects, based on information available on the records of 335 families assisted by Speech-Language Pathology at the Dendê community, (mais) totalizing 1704 subjects. RESULTS: Great part of the families at Dendê (70%) earns up to two minimum wages. It was observed that 20.6% of the children had language complaints, and 21.2% of these complaints regarded learning difficulties. Pacifier sucking habits were observed in 50.4% of the children, and 42.2% of the children up to two years old used nursing bottles. Children between two and six years old also presented high occurrence of these habits: 31.2% used nursing bottles and 29.7% used pacifiers. Thumb sucking was observed among 9.1% of the children older than six years old. There was a low percentage of hearing and voice complaints, reported by 2.2% of the population. CONCLUSION: It was verified that most prevalent Speech-Language Pathology alterations were related to the presence of oral habits, followed by oral and written language aspects. Nevertheless, a low level of hearing and voice complaints were reported. A situational diagnosis helps redirecting the activities practiced in the community, aiming its population. This is achieved through educational initiatives of health prevention and promotion, which should lead to better, quicker and more efficient results.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Efeitos do contínuo de níveis de interferência contextual na aprendizagem do "putt" do golfe/ Effects of a contextual interference continuum on golf putting task

Dias, Gonçalo; Mendes, Rui
2010-12-01

Resumo em português A estruturação da prática motora é uma variável de aprendizagem muito estudada na área de Controle Motor e Aprendizagem, sendo, neste âmbito, o efeito de Interferência Contextual um dos pressupostos teóricos mais investigados (TANI, 2005). Tendo como suporte a hipótese de PORTER e MAGILL (2004, 2005), o objetivo deste estudo foi verificar se o grupo com prática num contínuo de níveis Interferência Contextual alcançava melhores resultados na aprendizagem do (mais) "putt", do golfe, comparativamente com os grupos de prática por blocos, em séries e aleatória. Participaram voluntariamente 48 estudantes (24 de cada gênero) do ensino superior com 21,2 ± 1,4 anos de idade, todos destros e inexperientes. Na fase de aquisição foram realizados 126 ensaios de "putt" às distâncias de 2, 2,75 e 3,5 metros do buraco. Vinte e quatro horas depois ocorreu a fase de retenção e o teste de tranferência. Na fase de retenção foram praticados 30 ensaios de forma aleatória. O teste de tranferência consistiu em 20 ensaios, 10 ensaios a 2,5 metros e 10 ensaios a 2,5 metros com 10 graus de desvio face ao centro do buraco. A análise dos resultados demonstra que não existem diferenças estatisticamente significativas entre grupos. O efeito do incremento de Interferência Contextual não foi verificado neste estudo. Resumo em inglês The purpose of this study was to investigate the contextual interference (CI) effect on learning a golf putting task. PORTER and MAGILL (2004, 2005) conducted studies where they applied a new concept of practice: the contextual interference continuum. The hypothesis is that practicing with gradual increases of CI will lead to better performance on retention and transfer tests that both the blocked and random groups. Forty undergraduate students (N = 48) were randomly assi (mais) gned to one of four groups: blocked, serial, random, or increasing CI practice schedule. Participants were inexperienced with the task and were blinded to the purpose of the experiment. During the acquisition they putted 126 trails from three distances (2, 2.75 and 3.5 meters) for the same golf hole target. In retention test they performed 30 trials in a random order. In the transfer test the subjects performed 20 trials: 10 at 2.5 meters and 10 to 2.5 meters with 10 degrees of deviation from the starting point towards the hole. The apparatus of this study consisted of one artificial putting indoor golf carpet. All participants putt the same golf ball with the same right-handed putter. The data of retention and transfer tests were analyzed using separate one-way ANOVAs. Although it is observed in the absolute error a trend of superiority of performance of the group or increasing CI practice schedule on transfer test, the analysis didn't reveal a significant main effect for practice conditions. The effect of increasing CI was not found in this experiment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)