Sample records for lead 207
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 1 shown.



1

Mortes evitáveis em pacientes de trauma associadas a não adesão às diretrizes de atendimento/ Preventable deaths in trauma patients associated with non adherence to management guidelines

Marson, Antonio Cesar; Grion, Cintia Magalhães Carvalho; Ferreira Filho, Olavo Franco; Thomson, João Carlos
2010-09-01

Resumo em português OBJETIVOS: Avaliar pacientes tratados por lesões traumáticas e identificar a adesão às recomendações de diretrizes de tratamento e sua associação com óbito. As recomendações adotadas foram as definidas pelo comitê de Trauma do American College of Surgeons para suporte avançado de vida no trauma. MÉTODOS: Este foi um estudo de coorte retrospectivo realizado em um hospital de ensino. A população do estudo foi constituída por vítimas de traumatismo com idad (mais) e igual ou superior a 12 anos e com escores de gravidade da lesão > 16 tratados entre janeiro de 1997 e dezembro de 2001. A coleta de dados foi dividida em três fases: pré-hospitalar, intra-hospitalar e post-mortem. Os dados colhidos foram analisados com o software EPI INFO. RESULTADOS: Analisamos 207 pacientes, 147 vítimas de traumatismo fechado (71%) e 60 (29%) vítimas de traumatismo penetrante. As vítimas de traumatismo tiveram uma taxa de mortalidade de 40,1%. Identificamos 221 eventos de não adesão que ocorreram em 137 pacientes. Identificamos uma média de 1,61 ocorrências de não adesão por paciente, que ocorreu menos frequentemente entre os que sobreviveram (1,4) do que entre os que não sobreviveram (1,9; p=0,033). Segundo a metodologia de escore de gravidade da lesão, 54,2% dos óbitos foram considerados potencialmente evitáveis. A não adesão ocorreu 1,77 vezes mais frequentemente nos óbitos que foram considerados potencialmente evitáveis em comparação aos demais não-sobreviventes (IC 95%: 1,12 - 2,77; p=0,012) e 92,9% das ocorrências múltiplas de não adesão ocorreram no primeiro grupo (p=0,029). CONCLUSÕES: A falta de adesão às diretrizes ocorreu com maior freqüência em pacientes com óbitos potencialmente evitáveis. O não cumprimento das recomendações das diretrizes pode ser considerado um fator contribuinte para a morte em vítimas de traumatismo, e pode levar a um maior número de mortes potencialmente evitáveis. Resumo em inglês OBJECTIVES: To evaluate patients treated for traumatic injuries and to identify adherence to guidelines recommendations of treatment and association with death. The recommendations adopted were defined by the committee on trauma of the American College of Surgeons in advanced trauma life support. METHODS: Retrospective cohort study conducted at a teaching hospital. The study population was victims of trauma > 12 years of age with injury severity scores > 16 who were treat (mais) ed between January 1997 and December 2001. Data collection was divided into three phases: pre-hospital, in-hospital, and post-mortem. The data collected were analyzed using EPI INFO. RESULTS: We analyzed 207 patients, 147 blunt trauma victims (71%) and 60 (29%) penetrating trauma victims. Trauma victims had a 40.1% mortality rate. We identified 221 non adherence events that occurred in 137 patients. We found a mean of 1.61 non adherence per patient, and it occurred less frequently in survivors (1.4) than in non-survivors (1.9; p=0.033). According to the trauma score and injury severity score methodology, 54.2% of deaths were considered potentially preventable. Non adherence occurred 1.77 times more frequently in those considered potentially preventable deaths compared to other non-survivors (95% CI: 1.12-2.77; p=0.012), and 92.9% of the multiple non adherence occurred in the first group (p=0.029). CONCLUSIONS: Non adherence occurred more frequently in patients with potentially preventable deaths. Non adherence to guidelines recommendations can be considered a contributing factor to death in trauma victims and can lead to an increase in the number of potentially preventable deaths.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)