Sample records for lead 205
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 8 shown.



1

Uso do chumbo em urina como indicador de exposição e sua relação com chumbo no sangue/ Use of urine lead level as an exposure indicator and its relationship to blood lead

Moreira, Maria de Fátima Ramos; Neves, Eduardo Borba
2008-09-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi verificar se há correlação estatisticamente significativa entre as concentrações de chumbo no sangue (Pb-S) e urina (Pb-U). A espectrometria de absorção atômica eletrotérmica foi utilizada na determinação da concentração de chumbo no material biológico. As amostras de sangue e de urina foram coletadas entre trabalhadores expostos ocupacionalmente (95) e entre adultos (130) e crianças até 15 anos (22) expostos ambientalmente. A (mais) pós um teste que mostrou diferenças significativas entre Pb-U e as três categorias previamente determinadas, pontos de corte em Pb-U puderam ser fixados para a predição dos valores de Pb-S pela curva ROC. Assim, para Pb-U até 0,55 µg.dL-1, pode-se esperar que Pb-S seja menor do que 10 µg.dL-1, ao passo que níveis de chumbo no sangue até 27,6 µg.dL-1 são esperados quando o teor do metal na urina é menor do que 2,05 µg.dL-1. Logo, a urina pode ser utilizada em substituição ao sangue para avaliação da exposição ocupacional ao chumbo. Contudo, recomenda-se cautela no caso da exposição ambiental, devendo-se utilizar o chumbo urinário como uma estimativa do conteúdo do metal no sangue. Resumo em inglês The aim of this work was to verify whether there are statistically significant correlation between the concentrations of lead in blood (Pb-B) and urine (Pb-U). Electrothermal atomic absorption spectrometry was used in the determination of lead concentration in biological material. Venous blood and spot urine were collected from workers occupationally exposed (95), adults (130) and children up to 15 years old (22) environmentally exposed. After a test showing significant d (mais) ifferences between Pb-U and the three categories previously determined, cutting points for Pb-U were established to predict Pb-B values by the ROC curve. Thus, it is expected that Pb-B is lower than 10 µg.dL-¹ with Pb-U up to 0.55 µg. dL-¹, whereas lead levels in blood below 27.6 µg. dL-¹ are expected when the amount of the metal in urine is lower than 2.05 µg.dL-¹. So, urine can be used to replace blood for the assessment of the occupational exposure to lead. However, caution is advised in the case of environmental exposure, since urinary lead should be used just as an estimation of the metal content in blood.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Uso do chumbo em urina como indicador de exposição e sua relação com chumbo no sangue/ Use of urine lead level as an exposure indicator and its relationship to blood lead

Moreira, Maria de Fátima Ramos; Neves, Eduardo Borba
2008-09-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi verificar se há correlação estatisticamente significativa entre as concentrações de chumbo no sangue (Pb-S) e urina (Pb-U). A espectrometria de absorção atômica eletrotérmica foi utilizada na determinação da concentração de chumbo no material biológico. As amostras de sangue e de urina foram coletadas entre trabalhadores expostos ocupacionalmente (95) e entre adultos (130) e crianças até 15 anos (22) expostos ambientalmente. A (mais) pós um teste que mostrou diferenças significativas entre Pb-U e as três categorias previamente determinadas, pontos de corte em Pb-U puderam ser fixados para a predição dos valores de Pb-S pela curva ROC. Assim, para Pb-U até 0,55 µg.dL-1, pode-se esperar que Pb-S seja menor do que 10 µg.dL-1, ao passo que níveis de chumbo no sangue até 27,6 µg.dL-1 são esperados quando o teor do metal na urina é menor do que 2,05 µg.dL-1. Logo, a urina pode ser utilizada em substituição ao sangue para avaliação da exposição ocupacional ao chumbo. Contudo, recomenda-se cautela no caso da exposição ambiental, devendo-se utilizar o chumbo urinário como uma estimativa do conteúdo do metal no sangue. Resumo em inglês The aim of this work was to verify whether there are statistically significant correlation between the concentrations of lead in blood (Pb-B) and urine (Pb-U). Electrothermal atomic absorption spectrometry was used in the determination of lead concentration in biological material. Venous blood and spot urine were collected from workers occupationally exposed (95), adults (130) and children up to 15 years old (22) environmentally exposed. After a test showing significant d (mais) ifferences between Pb-U and the three categories previously determined, cutting points for Pb-U were established to predict Pb-B values by the ROC curve. Thus, it is expected that Pb-B is lower than 10 µg.dL-¹ with Pb-U up to 0.55 µg. dL-¹, whereas lead levels in blood below 27.6 µg. dL-¹ are expected when the amount of the metal in urine is lower than 2.05 µg.dL-¹. So, urine can be used to replace blood for the assessment of the occupational exposure to lead. However, caution is advised in the case of environmental exposure, since urinary lead should be used just as an estimation of the metal content in blood.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Perfil biopsicossocial de portadores de anoftalmia no sul de Minas Gerais - Brasil/ Biopsychosocial profile of patients with anophthalmia in the south of Minas Gerais - Brazil

Cabral, Luiz Gustavo Megda; Martelli Júnior, Hercílio; Leite, Denise Moura; Sabatini Júnior, David; Freitas, Amanda Beatriz Dahdah Aniceto de; Miranda, Roseli Teixeira; Swerts, Mário Sérgio Oliveira; Barros, Letízia Monteiro de
2008-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o perfil biopsicossocial de portadores de anoftalmia, com ênfase no impacto psicológico e funcional da perda ocular e na reintegração social dessa população. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 84 pacientes (50 do gênero masculino e 34 do feminino), reabilitados ou em processo de reabilitação com próteses oculares, avaliados por meio de questionário que contemplava dimensões como: etiologia da perda ocular, grau de adaptação à pr� (mais) �tese e impacto nas atividades profissionais, sociais e escolares. RESULTADOS: O olho direito foi afetado em 45,2% dos pacientes, o olho esquerdo em 51,2%, e os demais apresentavam anoftalmia bilateral. Relataram dificuldade, atual ou já superada, de adaptação à visão monocular 47,5% dos participantes. No gênero masculino as principais causas da anoftalmia foram os traumatismos oculares por acidentes (54%), e no feminino, as doenças adquiridas (38,2%). Na população estudada, a perda ocular ocorreu, em média, aos 20,5 ± 18,4 anos, e o tempo decorrido até a primeira reabilitação protética foi de 8,6 ± 13,1 anos. A maioria dos pacientes (66,1%) relatou satisfação e boa adaptação à prótese ocular. Sentimentos de tristeza, vergonha e timidez foram freqüentemente relatados. CONCLUSÃO: Pacientes com anoftalmia freqüentemente apresentam transtornos psíquicos e/ou funcionais que dificultam sua readaptação ao meio social, profissional e familiar, o que é agravado por fatores econômicos e pela carência de serviços públicos que ofereçam tratamento reabilitador. A realização de campanhas de esclarecimento à população também pode ser útil para a prevenção das causas que levam à perda ocular. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate the biopsychosocial profile of patients with anophthalmia, with emphasis on the psychological and functional impact of eye loss and the social reintegration of this population. METHODS: Prospective analyses of 84 patients (50 males and 34 females), rehabilitated or in the rehabilitation process with ocular prostheses were interviewed by means of a questionnaire with dimensions involving the etiology of the ocular defect, degree of adaptation to the oc (mais) ular prosthesis, and impact on professional, family and social activities. RESULT: The right eye was affected in 45.2% of the patients, the left eye in 51.2%, and the rest of the patients had bilateral anophthalmia. Difficulty in adapting to monocular vision was reported by 47.6% of the patients. The main causes of anophthalmia in males were eye injuries due to accidents (54%), and, in females, acquired diseases (38.2%). For the total studied population, the eye loss occurred at a mean of 20.5 ± 18.41 years, and the elapsed time until the first rehabilitation with ocular prosthesis was of 8.6 ± 13.10 years. Most patients (66.1%) reported satisfaction and good adaptation to the prosthesis. Feelings of sadness, shame and shyness were frequently reported. CONCLUSION: Anophtalmic patients often exhibit psychic and/or functional disorders which hinder their social, professional and family readaptation, and this is aggravated by both economic factors and lack of public services that provide rehabilitative treatment. Public information campaigns could also be useful to prevent causes that lead to ocular loss.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Níveis de chumbo e atividade da desidratase do ácido delta-aminolevulínico (delta-ALAD) no sangue da população da Grande São Paulo, Brasil/ Levels of lead and delta-aminolevulinic acid dehydratase activity in the blood of Greater S. Paulo (Brazil) population groups

Fernícola, Nilda A.G.G. de; Azevedo, Fausto A. de
1981-06-01

Resumo em português Foram feitas determinações de chumbo e atividade da delta-ALAD no sangue de 3 amostras populacionais da Grande São Paulo (Brasil). Um grupo (A) de área de escassa exposição ambiental ao chumbo, um grupo (B) exposto principalmente a fontes móveis de emissão de chumbo e um grupo (C) vizinho a uma indústria de recuperação de chumbo. Cada grupo foi subdividido conforme sexo e hábito de fumar. A plumbemia do grupo C (20,5 µg/100 ml) foi significantemente maior que (mais) as dos grupos A (11,2 µg/100 ml) e B (12,4 µg/100 ml). As correlações entre plumbemia e atividade da delta-ALAD, plumbemia e sexo e plumbemia e hábito de fumar foram investigadas. Resumo em inglês Blood lead levels (BPb) and delta-aminolevulinic acid dehydratase activity (delta-ALAD) were determined in three population groups in Greater S. Paulo (Brazil). The first group (A) had low environmental exposure to lead from mobile and stationary sources; the second (B) was exposed to mobile lead emitting sources; while the third gruop (C) was formed by people living near a lead recuperation plant. Each group was divided according to sex and smoking habits. The BPb of gro (mais) up C was significantly higher than that of groups A and B. Correlations between BPb and delta-ALAD, BPb and sex, and BPb and smoking habits were determined.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Níveis de chumbo e atividade da desidratase do ácido delta-aminolevulínico (delta-ALAD) no sangue da população da Grande São Paulo, Brasil/ Levels of lead and delta-aminolevulinic acid dehydratase activity in the blood of Greater S. Paulo (Brazil) population groups

Fernícola, Nilda A.G.G. de; Azevedo, Fausto A. de
1981-06-01

Resumo em português Foram feitas determinações de chumbo e atividade da delta-ALAD no sangue de 3 amostras populacionais da Grande São Paulo (Brasil). Um grupo (A) de área de escassa exposição ambiental ao chumbo, um grupo (B) exposto principalmente a fontes móveis de emissão de chumbo e um grupo (C) vizinho a uma indústria de recuperação de chumbo. Cada grupo foi subdividido conforme sexo e hábito de fumar. A plumbemia do grupo C (20,5 µg/100 ml) foi significantemente maior que (mais) as dos grupos A (11,2 µg/100 ml) e B (12,4 µg/100 ml). As correlações entre plumbemia e atividade da delta-ALAD, plumbemia e sexo e plumbemia e hábito de fumar foram investigadas. Resumo em inglês Blood lead levels (BPb) and delta-aminolevulinic acid dehydratase activity (delta-ALAD) were determined in three population groups in Greater S. Paulo (Brazil). The first group (A) had low environmental exposure to lead from mobile and stationary sources; the second (B) was exposed to mobile lead emitting sources; while the third gruop (C) was formed by people living near a lead recuperation plant. Each group was divided according to sex and smoking habits. The BPb of gro (mais) up C was significantly higher than that of groups A and B. Correlations between BPb and delta-ALAD, BPb and sex, and BPb and smoking habits were determined.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Género e saúde mental: Uma abordagem epidemiológica

Rabasquinho, Cidália; Pereira, Henrique
2007-01-01

Resumo em português Avaliou-se sob o ponto de vista epidemiológico diferenças entre homens e mulheres que procuraram os serviços das consultas externas da especialidade de Psicologia do Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital Distrital Amato Lusitano de Castelo Branco, relativamente à psicopatologia apresentada, tipo de intervenção solicitada, psicofármacos prescritos, funcionalidade familiar, familiares com doença mental, tentativas de suicídio. Relacionaram-se outr (mais) as variáveis demográficas com a psicopatologia apresentada, numa amostra representativa da população resultante em 483 utentes seleccionados aleatoriamente dum total de 2447 que usufruíram destes serviços entre Maio de 1984 e Maio de 2005. Foram encontradas diferenças de género para todas as categorias diagnosticadas, à excepção da esquizofrenia. Os resultados obtidos revelaram vulnerabilidade marcante a sintomas ansiosos e depressivos para a mulher, já que se obtiveram taxas de prevalência mais elevadas para o género feminino em perturbações como o Humor (20,5%): mulheres (M) 72%, homens (H) 38%; Ansiedade (11,2%): M - 64%, H - 36%; Adaptação a situações de vida stressantes (22,8%): M - 77,3%, H - 22,7%; Somatoformes (0,4%): M - 89%, H - 11%. Enquanto os homens apresentaram taxas de prevalência mais elevados em transtornos como os associados ao uso de substâncias psico-activas, álcool (9,3%): (H - 86,7%, M - 13,3%); drogas ilegais (2,5%): H - 55%, M - 45%; comportamentos anti-sociais (1,9%): (H - 67%, M - 33%). Os resultados encontrados levam a concluir não haver diferenças significativas de género nas perturbações psiquiátricas nas populações investigadas, mas sim diferenças nas taxas de "perturbações específicas", resultados que vão ao encontro dos de outros estudos clínicos. Resumo em inglês An epidemiologic study was conducted to assess differences between men and women who sought the Psychiatry and Mental Health Service of Amato Lusitano Hospital in Castelo Branco, in terms of presented psychopathology, asked intervention, prescribed psychopharmics, familiar functionality, relatives with previous mental health diagnosis, and suicide attempts. Other demographic variables were also related to the presented psychopathology, in a representative sample of 483 pa (mais) rticipants randomly selected from a number of 2447 individuals who were offered help from May 1984 to May 2005. Significant results were obtained when Gender was compared to all diagnosed categories, except alcohol and drug abuse, anti-social behaviour, and schizophrenia. The results show stronger vulnerability for women regarding anxious and depressed symptoms, with higher Humour disorders (20,5%) women (W) 72%, men (M) 38%; Anxiety (11,2%): W - 64%, M - 36%; Adaptation to stressing life situations (22,8%): W - 77,3%, M - 22,7%; Somatoforms (0,4%): W - 89%, M - 11%; Whereas men evidenced higher levels of disorders associated with the use of psychoactive substances, such as alcohol (9,3%): (M - 86,7%, W - 13,3%); illegal drugs (2,5%): M - 55%, W - 45%; anti-social behaviour (1,9%): (M - 67%, W - 33%). The results also lead to the conclusion that that are significant differences when specific disorders are investigated, and this corroborated by other findings.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Estudo de vigilância epidemiológica da profilaxia do tromboembolismo venoso em especialidades cirúrgicas de um hospital universitário de nível terciário/ Study of epidemiological surveillance of venous thromboembolism prophylaxis in surgical specialties of a school tertiary referral hospital

Diogo-Filho, Augusto; Maia, Cíntia Prado; Diogo, Débora Miranda; Fedrigo, Larissa dos Santos Paula; Diogo, Priscila Miranda; Vasconcelos, Priscila Meira
2009-03-01

Resumo em português CONTEXTO: O tromboembolismo venoso pós-operatório é uma entidade frequente e grave, que pode levar à embolia pulmonar e à síndrome pós-trombótica. Apesar dos benefícios comprovados pela profilaxia, nota-se uma inadequação na sua indicação. OBJETIVO: Verificar a indicação de heparina profilática entre pacientes de diferentes clínicas cirúrgicas de um hospital universitário de nível terciário. MÉTODOS: Realizou-se avaliação prospectiva, através de b (mais) usca ativa, por 10 dias seguidos, em cada mês, no período de setembro a dezembro de 2005, de pacientes operados nas clínicas: cirurgia geral (aparelho digestório e proctologia), ginecologia, neurocirurgia, ortopedia e traumatologia, urologia e angiologia e cirurgia vascular, com identificação dos fatores de risco para tromboembolismo venoso e o uso profilático de heparina, de acordo com as normas da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. RESULTADOS: Foram avaliados 357 pacientes, 24 (6,7%) classificados como de baixo risco para tromboembolismo venoso, 128 (35,9%) de risco moderado, e a maioria, 205 (57,4%) de alto risco. Do total de pacientes, 184 (51,5%) receberam heparina profilática. A heparina foi utilizada em 73,3% dos pacientes da cirurgia geral, em 16,7% da ginecologia, em 50,0% da neurologia, em 32,5% da ortopedia e traumatologia, em 37,3% da urologia e em 97,7% da clínica de angiologia e cirurgia vascular. Das clínicas avaliadas, apenas 38,3% dos pacientes de risco moderado e 64,4% dos de alto risco receberam heparina profilática. Esta foi utilizada de forma adequada em 77,6% dos pacientes de risco moderado e em 63,6% dos de alto risco. Trombocitopenia, sangramento menor e maior, foram identificados em 3 (1,6%), 12 (6,5%) e 2 (1,1%) pacientes que receberam heparina, respectivamente. Foram diagnosticados clinicamente seis (1,7%) episódios de tromboembolismo venoso. CONCLUSÃO:Apesar das indicações bem definidas da heparina na profilaxia do tromboembolismo venoso, verifica-se adesão incompleta por parte dos profissionais médicos da especialidade, expondo os pacientes a complicações graves. Resumo em inglês CONTEXT: Postoperative venous thromboembolism is a frequent and severe disease that can lead to pulmonary embolism and post thrombotic syndrome. Although the venous thromboembolism prophylaxis is a proven strategy, an unsuitable indication is observed. OBJECTIVE: To verify the indication of prophylaxis with heparin among patients of several surgical specialties of a School Tertiary Referral Hospital. METHODS: It was accomplished a prospective study during 10 consecutive d (mais) ays in each month, from September to December of 2005, with 360 patients surgically treated in the specialties: General Surgery, Gynecology, Neurosurgery, Ortopedy and Traumatology, Urology and Angiology and Vascular Surgery, identifying risk factors for the development of venous thromboembolism (VTE) and the use of heparin prophylaxis according to the recommendations of the Brazilian Society of Angiology and Vascular Surgery. RESULTS: Three hundred and fifty seven patients were evaluated, 24 (6,7%), 128 (35,9%) and 205 (57,4%) were included in low risk, medium risk and high risk for venous thromboembolism, respectively. One hundred and eighty four patients (51,5%) of the sample received prophylactic heparin. Heparin was used in 73,3% of the patients of General Surgery, 16,7% of Gynecology, 50,0% of Neurosurgery, 32,5% of Ortopedy and Traumatology, 37,3% of Urology and 97,7% of Angiology and Vascular Surgery. Only 38,3% of medium risk and 64,4% of high risk patients received prophylactic heparin. Heparin was suitably used in 77,6% of medium risk and in 63,6% of high risk patients. Thrombocytopenia, minor bleeding and major bleeding occurred in 3 (1,6%), 12 (6,5%) and 2 (1,1%) of the patients, respectively. Thromboembolic complications occurred in 6 (1,7%) cases. CONCLUSION: Although the indications of prophylactic heparin to venous thromboembolism are well known, we verify an incomplete adhesion of medical professionals, exposing patients to severe complications.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Características da carcaça e da carne de novilhas búfalas terminadas em confinamento, em função do uso de promotor de crescimento ou de esferas de chumbo no útero/ Effects of growth promoter or lead spheres placed in the uterus on carcass and meat traits of buffalo meifers finished in feedlot

Prado, Ivanor Nunes do; Marques, Jair de Araújo; Moletta, José Luiz; Macedo, Lívia Maria Araújo; Prado, Ivor Martin do; Prado, Juliana Martin do; Souza, Nilson Evelázeo de; Visentaner, Jesuí Vergílio
2005-12-01

Resumo em português Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da simulação da prenhez (introdução de 100 esferas de chumbo no útero - CHU) e do uso de promotor de crescimento (PRC), em comparação a novilhas testemunhas vazias, porém, com atividade ovariana (novilhas vazias - VAZ) sobre o peso de carcaça, a conformação da carcaça, os comprimentos de carcaça e de perna, as espessuras do coxão e da gordura de cobertura, as proporções de osso, músculo e gordura e as perdas (mais) ao descongelamento e à cocção. Foram utilizadas 20 novilhas bubalinas da raça Murrah com média de 20 meses de idade. Após período de confinamento (84 dias), foram registrados pesos médios ao abate (PVA) de 422,6 kg, para as novilhas do tratamento VAZ; 414,9 kg, para as do tratamento CHU; e 451,8 kg, para as do tratamento PRC. Não houve diferença entre tratamentos para o peso vivo ao abate (429,8 kg), peso de carcaça quente (209,0 kg), conformação da carcaça (8,2 pontos), comprimentos de carcaça (122,9 cm) e de perna (68,1 cm), espessuras do coxão (25,0 cm) e da gordura de cobertura (4,8 mm), área de olho de lombo (57,1 cm²), proporções de músculo (60,6%), de osso (18,9%) e de gordura (20,5%), relações músculo/osso (3,2), músculo mais gordura (porção comestível)/osso (4,3), perdas ao descongelamento (9,3%), à cocção (23,4%) e do congelado após a cocção (30,5%), maciez (7,8 pontos), suculência (7,0 pontos) e palatabilidade (6,8 pontos). Concluiu-se que a utilização de promotor do crescimento e de esferas de chumbo no útero não influenciou as variáveis analisadas. Resumo em inglês This study was conducted to evaluate the effects of lead spheres placed in the uterus to simulate pregnancy and of growth promoter on carcass weight, carcass conformation, carcass and leg lengths, beef round and fat thickness, percentages of bone, muscle, and fat, and thawing and cooking losses. Twenty Murrah buffalo heifers averaging 20 months of age were randomly assigned to one of three treatments: control (non-pregnant heifers but with ovarian activity - NP), lead (10 (mais) 0 lead spheres placed in the uterus - L), or growth promoter (GP). After 84 days in feedlot the average slaughter weights were 414.8, 451.8, and 422.6 kg for heifers on NP, L, and GP treatments, respectively. No significant differences were observed among treatments for slaughter body weight (429.8 kg), hot carcass weight (209.0 kg), carcass conformation (8.2 points), carcass length (122.9 cm), legs length (68.1 cm), cushion thickness (25.0 cm), loin eye area (57.1 cm²), fat thickness (4.8 mm), percentages of muscle (60.6%), bone (18.9%), and fat (20.5%), muscle/bone ratio (3.2), muscle plus fat/bone ratio (4.3), thawing loss (9.3%), cooking (23.4%) and freezing to cooking losses (30.5%), tenderness (7.8 points), juiciness (7.0 points), and flavor (6.7 points). It was concluded that the use of growth promoter or lead spheres in the uterus had no significant effects on the studied variables.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)