Sample records for laryngectomy
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Laringectomia supracricóide (chep) para câncer glótico/ Supracricoid laryngectomy (chep) for glottic cancer

Lima, Roberto R. M. Araújo; Freitas, Emilson de Queiroz; Kligerman, Jacob; Sá, Geraldo Matos de; Santos, Izabella Costa; Farias, Terence
2001-08-01

Resumo em português OBJETIVOS: Com a intenção de se avaliar os resultados funcionais e terapêuticos da laringectomia supracricóide com crico-hióide-epiglote-pexia (CHEP) foram estudados 50 casos de pacientes com carcinoma epidermóide da glote classificados como T2/T3 submetidos a esta técnica em nossa instituição. MÉTODOS: Foi realizada uma análise retrospectiva entre 1996 e 1999. Classificamos 18 pacientes como T2N0M0 e 32 pacientes como T3N0M0. Quarenta e um pacientes foram subm (mais) etidos a esvaziamento cervical seletivo lateral bilateralmente, quatro foram submetidos ao mesmo esvaziamento unilateralmente, e cinco não foram esvaziados. Analisamos as complicações e a sobrevida livre de doença pelo método de Kaplan-Meyer. RESULTADOS: Dez pacientes tiveram complicações pós-operatórias, dois foram tratados com complementação da laringectomia. Os 48 pacientes restantes mantiveram a via aérea normal, deglutição e a voz. Três pacientes no grupo submetido a esvaziamento cervical apresentaram linfonodo metastático. Quatro pacientes tiveram recidiva da doença, três com recidiva local, sendo dois tratados com laringectomia total e estão vivos e sem doença, o outro com doença avançada alcançou o óbito pela doença. O paciente que teve recidiva no pescoço foi tratado com esvaziamento cervical mais radioterapia e morreu com doença. Dois pacientes tiveram um segundo tumor primário em orofaringe, sendo um tratado com radioterapia paliativa e morreu com doença e o outro tratado com cirurgia está vivo e sem doença. A sobrevida livre de doença em três anos foi de 88% para pacientes T2 e 72% para pacientes T3. CONCLUSÕES: Esta técnica é útil no tratamento de casos selecionados de carcinoma epidermóide da glote T2/T3 sempre se considerando a extensão da doença. A incidência de complicações necessitando laringectomia total de resgate não compromete a funcionalidade desta técnica. A sobrevivência é comparável aos pacientes submetidos a laringectomia total e laringectomia "near-total". Resumo em inglês BACKGROUND: Our objective was to assess whether Supracricoid Laryngectomy with CricoHiodoEpiglottoPexy (CHEP) could successfully achive cure preserving voice in the treatment of glottic laryngeal cancer. METHODS: A retrospective analysis has been carried out between 1996 through 1999. We classified 18 patients as T2N0M0 and 32 patients as T3N0M0. Fourty one patients underwent selective bilateral lateral neck dissection, four had unilateral neck dissection and five patient (mais) s had the neck undissected. Survival was analyzed under the Kaplan-Meyer method. RESULTS: Ten patients had postoperative complications, two treated with total laryngectomy. The remained 48 patients maintained normal airway, swallowing and speech. Three patients in the neck dissection group presented occult neck metastasis. Four patients had recurrences, three of them were local. Two patients treated with total laryngectomy are alive without disease, and another had advanced recurrence and died. One patient had neck recurrence and was treated with radical neck dissection plus radiotherapy and died from the disease. Two patients presented a second tumor in the oropharynx. One of them was treated with palliative radiotherapy and died and the other had surgical resection and is alive without disease. Three years disease free survival was 88% for T2 and 72% for T3. CONCLUSIONS: This technique is useful in the treatment of selected cases of T3/T2 glottic cancer, regarding the extension of the disease. The incidence of complications required completion laryngectomy which did not compromise the functionality of this technique. Survival is comparable to patients submitted to total laryngectomy and near-total laryngectomy, regarding the extension of the lesion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Laringectomia frontal anterior: técnica de Tucker. Estudo retrospectivo/ Anterior frontal laryngectomy: Tucker's technique. A retrospective study

Campos, Giordania Gomes; Reis, João Gustavo Corrêa; El Hadj, Luzia Abrão; Araújo, Marcelo Lodi de; Mello, Paulo Pires de; Mello, Luiz Fernando Pires de
2004-04-01

Resumo em português O carcinoma epidermóide da laringe é a sexta neoplasia mais comum, sendo uma das neoplasias malignas mais freqüentes na cabeça e pescoço, ocupando o segundo lugar imediatamente após o câncer da cavidade oral. FORMA DE ESTUDO: Estudo clínico retrospectivo. MATERIAL E MÉTODO: Entre os anos de 1991 e 2003, 24 pacientes portadores de lesões glóticas envolvendo a comissura anterior foram submetidos a laringectomia frontal anterior com epiglotoplastia descrita por Tu (mais) cker e colaboradores no ano de 1979. RESULTADO: Nossos resultados confirmam aqueles encontrados em outras publicações. Não ocorreram mortes no pós-operatório e o seguimento foi relativamente simples. Todos os pacientes foram decanulizados e recuperaram um efetivo trato digestivo e aéreo. CONCLUSÃO: Nossos achados mostram que a laringectomia pela técnica de Tucker é uma cirurgia efetiva para o tratamento dos carcinomas glóticos que acometem a comissura anterior e a porção membranosa das cordas vocais com a motilidade preservada, pois tais lesões não devem ser tratadas pela ressecção endoscópica trans-oral ou por uma laringectomia fronto lateral. Resumo em inglês Squamous cell carcinoma of the larynx is the sixth most common neoplasia, being the second neoplasia of the head and neck, after oral cancer. STUDY DESIGN: Retrospective clinical study chart review. MATERIAL AND METHOD: From 1991 to 2003, 24 patients whose glottic lesions involving anterior comissure were operated with a reconstructive anterior frontal laryngectomy with epiglotoplasty, such as described by Tucker et al in 1979. RESULTS: Our functional results confirm thos (mais) e reported in the previous publications. There were no post-operative mortalities and follow-up was usually uncomplicated. All patients underwent decanulation and were able to eat by tract normal. CONCLUSION: Our findings show that partial laryngectomy by Tucker's technique is an effective surgical approach for glottic carcinoma at the anterior comissure and the membranous portion of both vocal cords; considering these lesions cannot be adequately managed with transoral endoscopic surgery resection or fronto lateral partial laryngectomy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Reabilitação vocal pós-laringectomia total: resultados em longo prazo com prótese fonatória Blom-Singer® de longa permanência/ Speech rehabilitation after total laryngectomy: long-term results with indwelling voice prosthesis Blom-Singer®

Chone, Carlos Takahiro; Spina, Ana L.; Crespo, Agricio N.; Gripp, Flavio M.
2005-08-01

Resumo em português Avaliar o uso em longo prazo de próteses fonatórias (PF) para reabilitação fonatória de pacientes submetidos à laringectomia total (LT). Foram estudados a influência do tempo de realização da punção tráqueo-esofágica (PTE), o uso de radioterapia pós-operatória (RTXpos-op), idade e seguimento do paciente, sobre a taxa de sucesso de uso da PF. FORMA DE ESTUDO: Clínico prospectivo. MATERIAL E MÉTODOS: Setenta e um pacientes submetidos à LT e reabilitados co (mais) m PF de longa permanência. Todos foram avaliados por otorrinolaringologista e fonoaudióloga, quanto aos aspectos funcionais vocais, durante o seguimento. Os dados relativos a tempo de colocação da PF, tempo de utilização da PF, uso de RTXpos-op, idade do paciente, tempo de seguimento e tempo de duração de cada PF foram anotados. RESULTADOS: Houve 87% de pacientes com PTE primária e 13% com secundária. O tempo de seguimento variou de 12 a 87 meses, com média de 38 meses para a PTE primária e 51 meses para a secundária. Houve 59% de pacientes submetidos a RTXpos-op. A taxa de sucesso geral foi de 94%. Na PTE primária foi de 97% e na secundária 78% (p=0,07) e, após dois anos, foi de 96% na PTE primária e 75% na secundária (p=0,07). Utilização de RTXpos-op e idade do paciente não influenciaram no sucesso de utilização de PF, independentemente do tempo de seguimento. CONCLUSÕES: Houve tendência de maior sucesso na reabilitação vocal de pacientes submetidos à LT com a PTE primária. O uso de RTXpos-op e idade não influenciou nesta taxa de sucesso. Resumo em inglês To evaluate long-term use of indwelling Blom-Singer voice prosthesis (VP) for vocal rehabilitation of patients submitted to total laryngectomy (TL). We studied the influence of time of performance of tracheo-esophageal puncture (TEP), use of radiotherapy (XRT), patients' age and length of follow-up, on the rate of success of use of VP. STUDY DESIGN: clinical prospective. MATERIAL AND METHOD: Seventy-one patients were submitted to TL and rehabilitated with indwelling VP. B (mais) oth otolaryngologist and speech pathologist evaluated all patients for the vocal functional issues during the follow-up. The relative data on time of placement of VP, time of use of PF, use of XRT, age, length of follow-up and interval of duration of each VP were recorded during the follow-up. RESULTS: There was 87% of patients with primary TEP and 13% with secondary. The follow-up varied from 12 to 87 months, with average of 38 months for primary and 51 months for secondary TEP. There were 59% of patients submitted to XRT. The general rate of success was of 94%. In primary TEP it was of 97% and in the secondary, it was 78% (p=0.07) and after two years, the success rate was of 96% in primary TEP and 75% in secondary TEP (p=0.07). The use of XRT and patient age did not influence the success of use of VP among primary and secondary TEP, independently of length of follow-up. CONCLUSION: Tendency to greater success rate in voice rehabilitation after TL with primary TEP was observed. Postoperative XRT and age did not influence success rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Anestesia venosa total para laringectomia parcial em paciente na 28ª semana de gestação: relato de caso/ Total intravenous anesthesia for partial laryngectomy in 28 weeks pregnant patient: case report/ Anestesia venosa total para laringectomía parcial en paciente en la 28ª semana de embarazo: relato de caso

Costa, José; Mendes, Dalva Maria Carvalho; Lobo, José Eduardo de Oliveira; Furuguem, Adriana Barrozo Ribeiro; Santos, Gabriel Gilberto
2005-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Uma anestesia para paciente gestante constitui um desafio ao anestesiologista em virtude dos riscos para a mãe e para o feto. São muitas as complicações descritas pela literatura como malformações fetais, parto prematuro, instabilidade hemodinâmica materna e até morte fetal. O objetivo deste caso é mostrar uma paciente gestante de 28 semanas, submetida a laringectomia parcial sob anestesia geral venosa total com propofol, remifentanil e (mais) cisatracúrio. RELATO DO CASO: Paciente com 29 anos, 59 kg, primigesta de 28 semanas com diagnóstico prévio de carcinoma epidermóide próximo à corda vocal direita, sendo indicada laringectomia. A monitorização inicial constituiu-se de pressão arterial não-invasiva e invasiva, cardioscopia, oxicapnografia e cardiotocografia contínua realizada pela obstetra. Punção venosa no membro superior direito e membro superior esquerdo com cateter 16G e 18G, respectivamente. Foram administrados por via venosa midazolam (1 mg), cefazolina (1 g), metoclopramida (10 mg) e dipirona (1 g). A paciente recebeu oxigênio a 100% sob máscara por 3 minutos e indução venosa foi feita com o uso de propofol em infusão na dose alvo de 3 µg.mL-1 e remifentanil contínuo (1 µg.kg-1 em bolus e 0,2 µg.kg-1.min-1 de manutenção). Como bloqueador neuromuscular, foi administrado cisatracúrio (13 mg) e procedeu-se a intubação traqueal com tubo 6,5 mm aramado com balonete. Foi mantida em plano anestésico com propofol e remifentanil em bomba, além de complementações de cisatracúrio. O feto permaneceu monitorizado continuamente com cardiotocografia realizada e analisada pela obstetra. Após o término da cirurgia foram desligadas as bombas infusoras de propofol e remifentanil, tendo a paciente despertado 10 minutos depois. Acordou sem dor e hemodinamicamente estável, sendo então encaminhada à sala de recuperação pós-anestésica. CONCLUSÕES: A anestesia venosa total com propofol e remifentanil proporcionou estabilidade hemodinâmica para a mãe e o feto, com um despertar precoce e suave. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Anestesia para paciente embarazada constituye un desafío al anestesiologista en virtud de los riesgos para la madre y el feto. Son muchas las complicaciones descritas por la literatura como malformaciones fetales, alumbramiento prematuro, instabilidad hemodinámica materna y hasta muerte fetal. El objetivo de este caso es mostrar una paciente embarazada de 28 semanas, sometida a laringectomía parcial bajo anestesia general venosa total con pro (mais) pofol, remifentanil y cisatracúrio. RELATO DEL CASO: Paciente con 29 años, 59 kg, primigesta de 28 semanas con diagnóstico previo de carcinoma epidermóide próximo a la cuerda vocal derecha, siendo indicada laringectomía. La monitorización inicial se constituyó de presión arterial no invasiva y invasiva, cardioscopía, oxicapnografía y cardiotocografía continuada realizada por el tocólogo. Punción venosa en el miembro superior derecho y miembro superior izquierdo con catéter 16G y 18G respectivamente. Fueron administrados por vía venosa midazolan (1 mg), cefazolina (1 g), metoclopramida (10 mg) y dipirona (1 g). La paciente recibió oxígeno a 100% bajo máscara por 3 minutos e inducción venosa fue hecha con el uso de propofol en infusión en la dosis escogida de 3 µg.mL-1 y remifentanil continuado (1 µg.kg-1 en bolus y 0,2 µg.kg-1.min-1 de mantenimiento). Como bloqueador neuromuscular fue administrado cisatracúrio (13mg) y procedida la intubación traqueal con un tubo de 6,5mm alambrado con balonete. Fue mantenida en un plano anestésico con propofol y remifentanil en bomba además de complementaciones de cisatracúrio. El feto permaneció monitorizado continuamente con cardiotocografía realizada y analizada por el tocólogo. Después del término de la cirugía fueron apagadas las bombas infusoras de propofol y remifentanil con la paciente despertando 10 minutos después. Despertó sin dolor y hemodinámicamente estable siendo entonces encaminada a la sala de recuperación pos-anestésica. CONCLUSIONES: La anestesia venosa total con propofol y remifentanil proporcionó estabilidad hemodinámica para la madre y el feto, con un suave y precoz despertar. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Anesthesia for pregnant patients is a challenge to the anesthesiologist because of the risks for mother and fetus. There are many complications described by the literature, such as fetal malformations, premature birth, maternal hemodynamic instability and even fetal death. The objective here is to show a 28 weeks pregnant patient submitted to partial laryngectomy under total intravenous general anesthesia with propofol, remifentanil and cisatrac (mais) urium. CASE REPORT: Patient 29 years, 59 kg, primigravida of 28 weeks with previous diagnosis of epidermoid carcinoma close to the right vocal chord, scheduled for laryngectomy. Initial monitoring consisted of noninvasive and invasive blood pressure, cardioscopy, oxicapnography and continuous cardiotocography accomplished by the obstetrician. Venous puncture in right and left arm with 16G and 18G catheter, respectively. Patient received intravenous midazolam (1 mg), cefazolin (1 g), metoclopramide (10 mg) and dipirone (1 g). Patient was oxygenated with 100% O2 under mask for 3 minutes and intravenous anesthesia was induced with propofol in controlled target infusion (3 µg.mL-1) and continuous remifentanil (1 µg.kg-1 in bolus and 0.2 µg.kg-1.min-1 for maintenance). Cisatracurium (13 mg) was administered for muscle relaxation and tracheal intubation was achieved with 6.5 mm spiral-reinforced cuffed tube. Anesthesia was maintained with propofol and remifentanil in infusion pump, in addition to cisatracurium complementation. Fetus was continuously monitored with cardiotocography accomplished and analyzed by the obstetrician. Propofol and remifentanil infusion pumps were turned off at the end of completion and patient woke up 10 minutes later, without pain and hemodynamically stable, being then referred to the post-anesthetic care unit. CONCLUSIONS: Total intravenous anesthesia with propofol and remifentanil has provided hemodynamic stability for mother and fetus, with early and smooth emergence.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Resultados oncológicos da laringectomia parcial no carcinoma glótico inicial/ Oncologic results of the partial laryngectomy for early glottic carcinoma

Curioni, Otávio Alberto; Carvalho, Marcos Brasilino de; Andrade Sobrinho, Josias de; Rapoport, Abrão
2002-10-01

Resumo em português Introdução: O carcinoma epidermóide da laringe ocupa o sexto lugar entre as neoplasias mais comuns, sendo uma das malignidades mais freqüentes na cabeça e pescoço, ocupando o segundo lugar imediatamente após o câncer da cavidade oral. Dependendo do estadiamento da lesão, ou seja, extensão do câncer ao diagnóstico, há um prognóstico a longo prazo bastante favorável, com taxas de sobrevida global para 5 anos de 65%-70%. Objetivo: Avaliação dos resultados ap (mais) ós laringectomia parcial para carcinoma glótico inicial. Forma de estudo: Clínico retrospectivo. Material e Método: Foi realizada análise retrospectiva do prontuário de 59 pacientes submetidos à laringectomia parcial. Foram excluídos pacientes com tratamento prévio, extensão tumoral maior que 10 mm abaixo da glote, lesões com extensão macroscópica para a(s) prega(s) vestibular(s) e lesões com diminuição grosseira da mobilidade da(s) prega(a) vocal(is) à laringoscopia indireta e aqueles com seguimento inferior a 36 meses. Resultados: Doze (20,3%) dos 59 pacientes apresentaram recidiva, sendo uma recidiva regional (1,7%) e 11 recidivas locais (18,6%). Com o resgate cirúrgico (laringectomia total), controle oncológico foi alcançado em 75% desses casos. Complicações severas (estenose glótica e aspiração traqueobrônquica) ocorreram em somente 2 pacientes (3,4%). Conclusões: As laringectomias parciais são procedimentos seguros e eficazes para o tratamento da maioria dos casos de câncer glótico inicial, além do que, pela sua versatilidade, conferem segurança na radicalidade oncológica e possibilitam, também, a readaptação funcional ao paciente. Resumo em inglês Introduction: The squamous cell carcinoma of the larynx is the sixth most common neoplasia, being the the second neoplasia of the head and neck, immediately after oral cancer. Depending of the stage of lesion, extension of the cancer at diagnosis, there is a quite favorable long term prognosis, with global survival rate for 5 years of 65%-70%. Aim: Evaluation of the results after partial laringectomy for early glottic squamous cell carcinoma. Study design: Clinical retros (mais) pective. Material and Method: Retrospective analysis of the 59 patients' handbook was accomplished submitted to the partial laringectomy. There were excluded patients with previous treatment, tumor extension larger than 10 mm below the glottis, lesions with macroscopicextension for vestibular folds and lesions with decrease of the mobility vocal cords laryngoscopy and follow-up of 36 months or more. Results: 12 patients (20,3%) presented recurrence, being 1 a regional recurrence (1,7%) and 11 local recurrences (18,6%), with surgical rescue (total laringectomy) and oncologic control in 75% of those cases. Severe complications (glottic stenosis and aspiration) happened in only 2 patients (3,4%). Conclusions: The partial laringectomy is safe and an effective procedure for the treatment of majority of early glottic carcinoma. In addition, for its versatility, check safety in the oncologic radically and make possible, also, the functional readaptation for the patient

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Estudo funcional da voz e da deglutição na laringectomia supracricóide/ Functional study of the voice and swallowing following supracricoid laryngectomy

Nemr, Nair Katia; Carvalho, Marcos Brasilino de; Köhle, Juliana; Leite, Grazielle Capatto de Almeida; Rapoport, Abrão; Szeliga, Regis M. Scheffer
2007-04-01

Resumo em português OBJETIVOS: Identificar o grau e evolução da disfagia e disfonia nos indivíduos submetidos à laringectomia supracricóide e verificar a existência de associação destes aspectos com variáveis clínicas e cirúrgicas. MÉTODOS: Foram estudados 22 casos submetidos a laringectomias supracricóides no Departamento de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Otorrinolaringologia do Hospital Heliópolis e encaminhados para fonoterapia. Os graus de disfagia e disfonia foram correl (mais) acionados com gênero, idade (menor ou igual a 50 anos, mais de 50 anos), estadiamento T (T1, T2, T3, T4), sítio da lesão (supraglote, glote, subglote), preservação de uma ou duas aritenóides, tipo de reconstrução (cricohioidopexia ou cricohioidoepiglotopexia), tempo de retirada da sonda nasoenteral e de fechamento da traqueostomia (em ambos: até um mês de pós-operatório ou mais de um mês). Os testes estatísticos utilizados foram Qui-Quadrado e/ou Teste Exato de Fischer. RESULTADOS: Observou-se associação do grau moderado de disfagia com a glote como sítio primário, com a cricohioidoepiglotopexia como tipo de reconstrução e com a retirada da sonda nasoenteral até um mês após a cirurgia; e associação do grau severo de disfagia com a supraglote como sítio primário. A disfagia e a disfonia apresentaram associação entre si quanto aos graus de severidade, porém um maior número de pacientes teve evolução melhor da disfagia comparativamente à evolução da disfonia. Não houve significância estatística nas demais associações. CONCLUSÃO: A melhora na deglutição é mais freqüente do que a melhora da disfonia. Há associação do grau moderado de disfagia com o sítio glote, cricohioidoepiglotopexia e retirada da sonda nasoenteral até um mês após a cirurgia. Resumo em inglês To identify the grade and evolution of dysphagia and dysphonia in patients undergoing supracricoid laringectomy, and to study the association of these findings with clinical and surgical variables. METHOD: The study included 22 cases undergoing supracricoid laringectomy at the Head and Neck Surgery and Otolaryngology Department of the Heliopolis Hospital - Brasil, and referred to speech therapy. Dysphagia and dysphonia were correlated with gender, age, stage T (T1, T2, T3 (mais) , T4), primary site (supraglottis, glottis or subglottis), preservation of one or two arytenoids, reconstructive procedures (cricohyoidopexy or cricohyoidoepiglotopexy), time to withdraw the naso-enteral tube, and time to close the tracheostomy. Statistical tests included the Chi-square and/or Fischer’s exact test. RESULT: We observed an association between moderate grade dysphagia and the glottis as the primary site, cricohyoidoepiglotopexy as the type of reconstruction and naso-enteral tube removal within one month after the surgery. There was also an association between severe dysphagia and the supraglottis as the primary site. Dysphagia and dysphonia were associated in the degree of severity; however a larger number of patients had better progression of dysphagia compared to the progression of dysphonia. There was no statistical significance between other associations. CONCLUSION: Improvement of swallowing is more frequent than improvement of dysphagia. There is an association between moderate dysphagia and the glotttis as primary site, cricohyoidoepiglotopexy and naso-enteral tube removal within one month after surgery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Fatores prognósticos e impacto da comorbidade na laringectomia fronto-lateral/ Prognostic factors and comorbidity impact upon the frontolateral laryngectomy

Dedivitis, Rogério Aparecido; Andrade-Sobrinho, Jozías de; Castro, Mario Augusto Ferrari de
2009-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar sobrevida, impacto da comorbidade, complicações e fatores de falha da laringectomia como tratamento de tumores malignos glóticos. MÉTODOS: Foram analisadas 38 pacientes com tumor glótico sob estadiamento clínico T1b/T2N0M0 submetidos à laringectomia fronto-lateral com reconstrução, de janeiro de 1995 a dezembro de 2006. Foram avaliados os resultados oncológicos, comorbidades (através da escala Adult Comorbidity Evaluation - 27 ACE-27) e compli (mais) cações, sendo correlacionados com dados demográficos e características do tumor. RESULTADOS: Oito pacientes apresentaram recidiva local e foram resgatados cirurgicamente. Complicações não foram verificadas em 33 pacientes. Não houve diferença significativa das sobrevidas global em cinco anos e livre de doença ao considerarem-se as diferentes categorias de comorbidades. Somente o envolvimento patológico das margens mostrou diferenças significativas na sobrevida global (p=0,0033) e sobrevida livre de doença (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the survival rates, comorbidity impact, complications, and treatment failure facts. METHODS: 38 patients clinically staged as T1b / T2N0M0 glottic tumors were analyzed. They underwent frontolateral laryngectomy with reconstruction, from January, 1995 to December, 2006. The oncological outcome, comobidity (through the Adult Comorbidity Evaluation -27 ACE-27 scale) and complications were studied and correlated to the demographic data and tumor charact (mais) eristics. RESULTS: Eight patients presented local recurrence being surgically salvaged. Complications were not observed in 33 patients. There was no significant difference on the global and free of disease 5-year survival regarding the diverse comorbidity categories. Only the pathological margins spread of the tumor presented significant difference on the global (p=0.0033) and free 0f disease survival (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Recorrência na área do traqueostoma após laringectomia total/ Surgical stoma recurrence after total laringectomy

Sartini, Andre Luis; Fava, Antonio Sérgio; Faria, Pablo Henrique de
2007-02-01

Resumo em português O desenvolvimento da recorrência na área do traqueostoma em pacientes laringectomizados é uma das evoluções mais sérias do carcinoma epidermóide de laringe. Os fatores mais comumente associados a esta patologia são a extensão infraglótica do tumor laríngeo e a traqueostomia prévia à laringectomia. OBJETIVO: Identificar achados de exame clínico de pacientes laringectomizados relacionados com a possível gênese desta recorrência. FORMA DE ESTUDO: Estudo desc (mais) ritivo retrospectivo. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram analisados 47 pacientes laringectomizados em nosso hospital devido ao carcinoma epidermóide de laringe entre 1995 e 2004 e avaliado o número de recorrências, bem como os fatores de risco relacionados. RESULTADOS: A recorrência na área do traqueostoma desenvolveu-se em cinco (10,6%) destes pacientes. Não houve correlação estatística entre a invasão infraglótica do tumor ou traqueostomia prévia com a recorrência na área do traqueostoma. CONCLUSÃO: A recorrência na área do traqueostoma continua sendo uma das evoluções fatais do câncer laríngeo, não sendo possível neste estudo identificar fatores relacionados com esta recorrência. Novos estudos com casuísticas maiores e longos períodos de seguimento são necessários no futuro para melhor compreensão desta patologia. Resumo em inglês Stoma recurrence after total laryngectomy is one of the most severe developments of squamous cell carcinoma of the larynx. Risk factors most strongly implicated in stoma recurrence have been subglottic invasion by the laryngeal tumor and tracheotomy prior to laryngectomy. AIM: Study the clinical findings of patients who underwent total laryngectomy and evaluate the probable risk factors to the development of stoma recurrence. STUDY DESIGN: Descriptive and retrospective st (mais) udy MATERIALS AND METHODS: We studied data from 47 patients who underwent total laryngectomy for the treatment of laryngeal cancer between 1995 and 2004 and evaluated recurrences and risk factors. RESULTS: Stoma recurrence developed in 10.6 per cent of them(5 cases). There was no significant correlation between stoma recurrence and subglottic invasion or prior tracheotomy. CONCLUSION: Stoma recurrence still is one of the most lethal developments associated to laryngeal cancer. In the present study it was not possible to identify factors related to this recurrence. Further studies with a larger sample and a longer follow-up period are necessary to better understand this condition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Uso do grampeador para o fechamento da faringe após laringectomia total/ The use of stapler for pharyngeal closure after total laryngectomy

Rogério A., Dedivitis; Guimarães, André V.
2004-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a laringectomia total para resgate de recidiva após tratamento por radioterapia e quimioterapia concomitante por carcinoma epidermóide avançado de laringe. MÉTODOS: Entre março de 2001 e dezembro de 2002, foram realizadas 12 laringectomias totais de resgate de recidiva com uso do grampeador linear. O protocolo de preservação de órgão para casos de câncer avançado de laringe consiste no uso de cisplatina semanal concomitante à radioterapia. A (mais) idade variou de 42 a 64 anos e onze pacientes eram do sexo masculino. Realizou-se novo estadiamento por telelaringoscopia, laringoscopia de suspensão e tomografia computadorizada. Os tumores recidivados eram restritos à endolaringe. O grampeador linear foi aplicado longitudinalmente na região da valécula, entre a faringe e a laringe, o mais próximo possível da asa da cartilagem tireóidea. A colocação primária de prótese fonatória foi realizada em 11 pacientes após o fechamento da faringe. Todos os pacientes obtiveram alta hospitalar entre o 4º e o 7º dia de pós-operatório e a dieta oral foi iniciada no 10º dia. Realizou-se radiografia contrastada de faringe e esôfago entre o 21º e o 30º dia para avaliar a bolsa faríngea. RESULTADOS: A aplicação do grampeador durou menos que cinco minutos. Não houve infecção, fístula faringo-cutânea, queixa de disfagia nem estreitamento ao estudo radiográfico. Os pacientes obtiveram sucesso na reabilitação fonatória a prótese. CONCLUSÃO: O uso do grampeador é tecnicamente fácil e não aumenta a incidência de fístula ou de disfagia em pacientes submetidos a laringectomia de resgate pós-radioterapia. O tempo cirúrgico é reduzido e não há prejuízo na reabilitação fonatória primária com uso de prótese traqueo-esofágica. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate total laryngectomy for the surgical salvage after a unsuccessful chemoradiation therapy treatment for advanced laryngeal squamous cell carcinoma. METHODS: Twelve total laryngectomies were performed from March, 2001 to December, 2002 for recurrence salvage using the linear stapler for pharyngeal closure. The organ preservation protocol for advanced laryngeal cancer consists in weekly cysplatin concomitant to the radiation therapy. The age ranged from 4 (mais) 2 to 64 and 11 patients were men. A new clinical stage analysis was performed with telelaryngoscopy, suspension laryngoscopy under general anesthesia and computed tomography. The recurrences should be restricted to the endolarynx. The linear stapler was applied longitudinally in the vallecula between the pharynx and larynx as close as possible to the thyroid cartilage alae. The primary placement of the phonatory prosthesis was performed in 11 patients after the pharyngeal closure. All the patients were discharged from the 4th to the 10th postoperative day and the oral intake was started in the 10th postoperative day. The pharyngeal and esophageal contrasted radiography was performed from the 21th to the30th postoperative day in order to evaluate the pharyngeal pouch. RESULTS: The stapler placement delayed no more than five minutes. There was no report of infection, pharyngocutaneous fistulae, dysphagia complaint and pharyngoesophageal narrowing on the radiographic examination. The phonatory prosthesis was succfully used for the speech rehabilitation. CONCLUSION: The use of the stapler is technically easy to perform and it does not increase the rate of fistulae and dysphagia in patients underwent salvage laryngectomy after radiation therapy. The surgical time is reduced and the primary phonatory rehabilitation with tracheoesophageal prosthesis is feasible.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Análise comparativa de laringectomias parciais com e sem realização de traqueostomia/ Comparative analysis of partial laringectomies with and without tracheostomy

Costa, Henrique O. O.; Duprat, André C.; Eckley, Claudia A.; Dutra, Samantha R. F.; Cavalcanti, Carolina M.
2004-06-01

Resumo em português A laringectomia parcial é uma alternativa no tratamento do câncer de laringe. Este tipo de cirurgia tem vantagens na qualidade de vida do paciente, pois permite a não realização de traqueostomia permanente. OBJETIVO: Comparar os resultados das laringectomias parciais com e sem realização de traqueostomia. FORMA DE ESTUDO: Caso-controle. MATERIAL E MÉTODO: Foram estudados 22 pacientes submetidos a laringectomias parciais, sendo 11 sem traqueostomia e 11 com traqueo (mais) stomia no intra-operatório. RESULTADOS: O grupo de pacientes sem traqueostomia apresentou vantagens quanto ao tempo de cirurgia, de internação e de permanência da sonda nasoenteral. CONCLUSÃO: A laringectomia parcial sem traqueostomia é um procedimento vantajoso para o paciente, diminuindo a morbidade e não apresentando diferença quanto a positividade das margens das lesões. Resumo em inglês Partial laryngectomy is an alternative in the treatment of laryngeal cancer. This kind of surgery has advantages in quality of life, because it allows procedure without permanent tracheostomy. AIM: Compare results of partial laryngectomies with and without tracheostomy. STUDY DESIGN: Case-control. MATERIAL AND METHOD: Twenty-two patients submitted to partial laryngectomy were analyzed, 11 without tracheostomy and 11 with tracheostomy in the same surgical act. RESULTS: The (mais) group of patients without tracheostomy shows advantages in the matter of time of surgery, hospitalization and use of nasoenteral tube. CONCLUSION: The laryngectomy without tracheostomy is an advantageous procedure lowing morbidity and showing no difference in the positivity of lesion bounds.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Consentimento informado em laringectomizados: estudo em um hospital escola/ Informed consent for laryngectomies: a university hospital case study/ Consentimiento informado en laringectomias: estudio en un hospital escolar

Paixão, Alessandra de Oliveira
2001-04-01

Resumo em português O presente estudo teve como objetivo identificar como os pacientes submetidos à laringectomia parcial ou total tem compreendido as informações referentes ao procedimento cirúrgico. Utilizamos a técnica de entrevista através de questões abertas com pacientes de um hospital governamental, voltado para a assistência, o ensino e a pesquisa. Através das cinco categorias temáticas identificadas, podemos concluir que o respeito pela autonomia do paciente não está sen (mais) do exercido pela equipe médica e de enfermagem, pois as informações são processadas de forma inadequada por esses profissionais e não se considera a autonomia do paciente em alguns casos. Resumo em espanhol El presente estudio tuvo como objetivo identificar como los pacientes sometidos laringectomía total o parcial han comprendido las informaciones sobre el procedimiento quirúrgico. Utilizamos la técnica de entrevista a través de preguntas abiertas con pacientes de un hospital gubernamental, orientado a la asistencia, la enseñanza y la investigación. A través de las cinco categorías temáticas identificadas, concluimos que el respeto por la autonomía del paciente no (mais) está siendo ejercido de manera correcta por el equipo médico y de enfermería, pues las informaciones son procesadas de forma inadecuada por estos profesionales y no se considera la autonomía del paciente en algunos casos. Resumo em inglês This study aimed at identifying how patients submitted to partial or total laryngectomy understand the information on the surgical procedure. Authors used the technique of semi-structured interview through open questions with patients admitted at a government hospital characterized by the development of activities centered on the care, teaching and research. Based on the identified five thematic categories, authors concluded that the respect for patient's autonomy is not (mais) being correctly performed by the medical and nursing team, as information are being processed in an inadequate way and they are not considering patients' individuality in some cases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Avaliação da qualidade de vida em pacientes laringectomizados: uma revisão sistemática/ Quality of life assessment in laryngectomized patients: a systematic review

Moreno, Arlinda B.; Lopes, Claudia S.
2002-02-01

Resumo em português Laringectomia é a principal seqüela em pacientes com câncer de laringe. Neste estudo, as autoras conduziram uma revisão sistemática para avaliar a relação entre qualidade de vida e laringectomia. De 96 artigos publicados em periódicos científicos, previamente identificados, foram selecionados 35 artigos sobre laringectomia e qualidade de vida em pacientes laringectomizados. Todos os artigos selecionados foram submetidos à abordagem metodológica de uma revisão (mais) sistemática. Para a avaliação dos atributos qualitativos dos artigos foi utilizado o Questionário de Avaliação Qualitativa (QAQ), um instrumento testado e validado. Os resultados encontrados mostraram que a maior parte dos artigos selecionados apresentava inconsistências e falta de rigor metodológico na mensuração do constructo qualidade de vida entre pacientes laringectomizados. Além disso, verificou-se que a relação entre qualidade de vida e laringectomia, na forma apresentada nos artigos selecionados, ainda se encontra distante da abordagem multidimensional do constructo qualidade de vida, conforme preconizado pelo WHOQOL (World Health Organization - Quality of Life Group). Resumo em inglês Laryngectomy is the main sequela in patients with cancer of the larynx. The authors conducted a systematic review to evaluate the relationship between quality of life and laryngectomy. Ninety-six articles published in scientific journals were identified, and 35 were selected whose main focus was laryngectomy and quality of life in laryngectomized patients. Each article was evaluated by way of systematic review. Evaluation of the qualitative attributes of articles used the (mais) Qualitative Assessment Questionnaire (QAQ), a validated and tested instrument. Most articles lacked consistency and methodological rigor in measuring quality of life among laryngectomized patients. The relationship between quality of life and laryngectomy also fell far short of the multidimensional approach of the quality of life construct as suggested by the WHO/QOL (World Health Organization/Quality of Life) group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Avaliação da qualidade de vida em pacientes laringectomizados: uma revisão sistemática/ Quality of life assessment in laryngectomized patients: a systematic review

Moreno, Arlinda B.; Lopes, Claudia S.
2002-02-01

Resumo em português Laringectomia é a principal seqüela em pacientes com câncer de laringe. Neste estudo, as autoras conduziram uma revisão sistemática para avaliar a relação entre qualidade de vida e laringectomia. De 96 artigos publicados em periódicos científicos, previamente identificados, foram selecionados 35 artigos sobre laringectomia e qualidade de vida em pacientes laringectomizados. Todos os artigos selecionados foram submetidos à abordagem metodológica de uma revisão (mais) sistemática. Para a avaliação dos atributos qualitativos dos artigos foi utilizado o Questionário de Avaliação Qualitativa (QAQ), um instrumento testado e validado. Os resultados encontrados mostraram que a maior parte dos artigos selecionados apresentava inconsistências e falta de rigor metodológico na mensuração do constructo qualidade de vida entre pacientes laringectomizados. Além disso, verificou-se que a relação entre qualidade de vida e laringectomia, na forma apresentada nos artigos selecionados, ainda se encontra distante da abordagem multidimensional do constructo qualidade de vida, conforme preconizado pelo WHOQOL (World Health Organization - Quality of Life Group). Resumo em inglês Laryngectomy is the main sequela in patients with cancer of the larynx. The authors conducted a systematic review to evaluate the relationship between quality of life and laryngectomy. Ninety-six articles published in scientific journals were identified, and 35 were selected whose main focus was laryngectomy and quality of life in laryngectomized patients. Each article was evaluated by way of systematic review. Evaluation of the qualitative attributes of articles used the (mais) Qualitative Assessment Questionnaire (QAQ), a validated and tested instrument. Most articles lacked consistency and methodological rigor in measuring quality of life among laryngectomized patients. The relationship between quality of life and laryngectomy also fell far short of the multidimensional approach of the quality of life construct as suggested by the WHO/QOL (World Health Organization/Quality of Life) group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Avaliação dos resultados da cirurgia conservadora do câncer da laringe/ Results of conservative surgery in larynx carcinoma

Aquino, José Luís Braga de; Camargo, José Gonzaga Teixeira; Costa, Claudiney Cândido; Paschoal, Maria Beatriz Nogueira; Chagas, José Francisco Salles
2002-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar retrospectivamente os resultados de pacientes submetidos a laringectomias parciais por carcinoma epidermóide de laringe no serviço do HMCP. MÉTODOS: Dos doentes estudados, 28 eram do sexo masculino (93,5%) e dois do feminino (6,5%) com idade variável de 42 a 66 anos, com média de 58 anos. Em relação ao procedimento cirúrgico, este foi variável, dependendo do local da extensão tumoral e do estádio. A técnica mais utilizada foi a laringectomia (mais) frontolateral em 12 pacientes (40%), seguido pela laringectomia vertical em oito (26,6%), laringectomia supraglótica em quatro (13,3%), laringectomia supracricóidea em quatro (13,3%), laringectomia near-total em um (3,3%) e cordectomia em um (3,3%). RESULTADOS: Na avaliação pós-operatória precoce, três pacientes (10%) apresentaram complicações evidenciadas por fístula faringocutâneas em dois, com boa evolução após tratamento conservador, e pneumotórax no paciente restante com boa evolução após drenagem do tórax. No que se refere à avaliação da deglutição, cinco pacientes (16,6%) apresentaram dificuldade de ingestão oral devido a aspirações recorrentes com tempo variável de 45 a 180 dias (média - 65 dias), o que obrigou a um paciente ser submetido à totalização da laringectomia devido a pneumonias recorrentes. Na avaliação tardia, de seis a 125 meses e média de 29 meses, quatro pacientes (13,3%) apresentaram recidiva locorregional, sendo dois submetidos à laringectomia vertical, um à frontolateral e o restante à supracricóidea. Em todos foram realizadas totalização e/ou radioterapia, e dois evoluíram a óbito pela doença. Vinte e quatro pacientes (84%) apresentaram preservação da voz. CONCLUSÃO: Assim, os autores concluem que a cirurgia conservadora da laringe proporciona bom controle da doença e com sobrevida aceitável, já que 90% dos pacientes estudados estão vivos e sem doença até o final da avaliação. Além disso, apresentam melhor qualidade de vida já que a maioria dos pacientes demonstrou voz e ingestão oral bem satisfatórias. Resumo em inglês BACKGROUND: This is of a retrospective study of the results obtained from partial laryngectomy for epidermoid carcinoma. METHODS: Twenty-eight males (93.5%) and 2 females (6.5%), between 42 years and 66 years old (mean age, 58 years). The surgical procedure varied in accordance to the site, extension and stage of the tumor. The technique most used was the frontolateral laryngectomy, performed on 12 patients (40%), followed by the vertical laryngectomy on 8 patients (26.6% (mais) ), the supraglottic laryngectomy on 4 patients (13.3%), supracricoid laryngectomy on 4 patients (13.3%), near total laryngectomy on 1 patient (3.3%) and chordectomy on 1 patient (3.3%). RESULTS: An early postoperative assessment showed that 3 patients (10%) had complications. Two of them had pharyngocutaneous fistulas that responded well to conservative treatment and the remaining patient had pneumothorax, which improved after thoracic drainage. Deglutition assessment revealed that 5 patients (16.6%) presented difficulty in oral ingestion as a result of recurrent aspirations that occurred at periods that varied between 15 days to 180 days (average 180 days) and caused recurrent pneumonia. The only remaining option was total laryngectomy. The next assessment was performed after a period that varied between 6 months to 125 months (mean of 29 months) and revealed that 4 patients (13.3%) had recurrence in the same region. Two of these patients underwent vertical laryngectomy, 1 patient had a frontolateral laryngectomy and the remaining patient underwent supracricoid laryngectomy. All patients underwent total laryngectomy and/or radiotherapy, but the disease caused the death of 2 patients. Twenty four patients (84%) demonstrated that their voice was preserved and at the end of the assessment, 90% of the patients were alive and without any signs of the disease. These patients had a far better quality of life as they presented fairly satisfactory voice and oral ingestion. CONCLUSION: The conservative surgery of the larynx provided good disease control and increased the patient's life span.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Transtornos factícios por procuração: discussão de um caso/ Factitious disorders by proxy: discussion of one case

Caldas, Nelson; Caldas Neto, Silvio; Oliveira, Clístenes R.; Leal, Mariana C.; Moraes, Silvana
2001-09-01

Resumo em português Condrossarcoma é o sarcoma mais frequente da laringe. Sua incidência é maior na cartilagem cricóide do que nas outras cartilagens da laringe, sendo raro que ele se origine na epiglote. Relatamos no texto um caso de condrossarcoma originado na epiglote, no qual foi realizada laringectomia subtotal com circo-hioidopexia ¾e realizamos revisão da literatura. Resumo em inglês Chondrosarcoma is the most frequent sarcoma of the larynx. It is more prevalent in the cricoid and less prevalent in the other laryngeal cartilages. Chondrosarcoma is rarely located in the epiglottis. We reported a case of epiglottis chondrosarcoma that was treated with a supracricoid laryngectomy with cricohyoidopexy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Condrossarcoma de epiglote: relato de caso e revisão da literatura/ Epiglottis chondrosarcoma: review of the literature and report of one case

Tagliarini, José V.; Bacchi, Carlos E.; Yamashita, Seizo; Cançado, Cristiane G.
2001-09-01

Resumo em português Condrossarcoma é o sarcoma mais freqüente da laringe. Sua incidência é maior na cartilagem cricóide do que nas outras cartilagens da laringe, sendo raro que ele se origine na epiglote. Relatamos no texto um caso de condrossarcoma originado na epiglote, no qual foi realizada laringectomia subtotal com crico-hioidopexia - e realizamos revisão da literatura. Resumo em inglês Chondrosarcoma is the most frequent sarcoma of the larynx. It is more prevalent in the cricoid and less prevalent in the other laryngeal cartilages. Chondrosarcoma is rarely located in the epiglottis. We reported a case of epiglottis chondrosarcoma that was treated with a supracricoid laryngectomy with cricohyoidopexy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Tumores cartilaginosos da laringe/ Cartilaginous tumors of the larynx

Thomé, Robert; Thomé, Daniela C.; Royg, Cinthia R. C.
2001-11-01

Resumo em português Introdução: Os tumores cartilaginosos da laringe são raros, sendo a cartilagem cricóide a mais acometida. A raridade desses tumores tem como conseqüência experiência limitada e, portanto, o conhecimento a respeito destas neoplasias apresenta pontos obscuros. Objetivo: Apresentar os resultados cirúrgicos bem como o seguimento a longo prazo de 6 pacientes com tumores cartilaginosos da laringe, 4 condrossarcomas de baixa malignidade e 2 condromas. Forma de estudo: Re (mais) trospectivo não randomizado. Material e método: Cinco dos tumores acometiam a cartilagem cricóide e 1 a tireóide. Os pacientes foram submetidos a laringectomia parcial (4) e total (2), com seguimento de 6 a 30 anos (média-19,5 anos). Resultados: Nenhum dos pacientes apresentou metástase ou morte relacionada ao tumor. A sobrevida alcançada por 5 anos foi de 100% e a por 20 anos, 67%, sendo a comorbidade responsável por tal decréscimo. Conclusões: Nossos resultados reforçam o conceito de que a laringectomia conservadora seja a modalidade ideal de tratamento, reservando a ressecção total para tumores extensos ou casos de recorrência. Há indícios de que 5 anos pode não ser tempo suficiente para observar recorrência no condrossarcoma de baixo grau de malignidade. Resumo em inglês Introduction: Cartilaginous tumors of the larynx are uncommon, the cricoid cartilage being the most common site. The rarity of these tumors accounts for limited experience and, as a consequence, knowledge about them presents obscure points. Objective: To report surgical results as well as long-term follow-up on six patients with cartilaginous tumors of the larynx, 4 low-grade chondrosarcoma and 2 chondroma. Study design: Retrospective no randomized. Material and method: F (mais) ive of the tumors were located in the cricoid and 1 in the thyroid cartilage. The patients had partial (4) and total laryngectomy (2), followed up from 6 to 30 years (average-19.5 years). Results: None of the patients presented metastasis or tumor-related death. Survival rate tumor-free at 5-years was 100% and at 20-years 67%, comorbidity being responsible for the decrease. Conclusions: Our results reinforce the concept for partial surgery as treatment modality, reserving total laryngectomy for large tumor or recurrence. Five-year follow-up may not be sufficient to observe recurrence in less aggressive chondrosarcoma.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Umidificador de traqueostoma: influência na secreção e voz de laringectomizados/ Tracheostoma humidifier: influence on secretion and voice of patients with total laryngectomy

Masson, Andrea Cristina Castelhano; Fouquet, Marina Lang; Gonçalves, Antonio Jose
2008-09-01

Resumo em português TEMA: a laringectomia total acarreta sequelas como a perda da voz laríngea e alteração no sistema respiratório. OBJETIVOS: avaliar a influência do uso do umidificador de traqueostoma (heat moisture exchanger - HME) no controle da secreção pulmonar e na qualidade vocal esofágica e traqueoesofágica de pacientes submetidos à laringectomia total. MÉTODO: nove pacientes do sexo masculino, com idades entre 46 a 67 anos, submetidos à laringectomia total. Os pacientes (mais) responderam a um protocolo sobre questões subjetivas relacionadas à secreção pulmonar em três momentos, sendo T1 (avaliação pré-uso do HME), T2 (avaliação pré-uso do HME após seis semanas da primeira avaliação) e T3 (avaliação após seis semanas do uso do HME). Conjuntamente foram feitas gravações das vozes dos pacientes nos mesmos três momentos citados acima. As vozes foram avaliadas por três fonoaudiólogas, em estudo cego, de acordo com um protocolo de avaliação perceptivo-auditiva da voz. Para comparar os resultados obtidos em ambos os protocolos aplicados foram utilizados teste não-paramétrico e Wilcoxon. RESULTADOS: não foi observada nenhuma diferença estatisticamente significativa dos parâmetros de qualidade vocal esofágica ou traqueoesofágica entre os tempos T1 (avaliação pré-uso do HME) e T2 (avaliação pré-uso do HME pós seis semanas) e T3 (avaliação após seis semanas do uso do HME). Verificaram-se diferenças estatisticamente significativas para as variáveis de quantidade de tosse e expectoração forçada, durante o dia, após o período de uso do HME. CONCLUSÃO: O uso do HME durante seis semanas diminuiu a tosse e a expectoração em pacientes laringectomizados totais, porém não apresentou influência na qualidade vocal esofágica ou traqueoesofágica. Resumo em inglês BACKGROUND: total laryngectomy has several consequences such as loss of the laryngeal voice and alterations in the respiratory system. AIM: to evaluate the influence of a traqcheostoma humidifier (heat moisture exchanger - HME) on the control of lung secretion and esophageal and traqueoesophageal vocal quality in patients with total laryngectomy. METHOD: nine male individuals, aged between 46 to 67 years, submitted to total laryngectomy. The patients answered a protocol c (mais) ontaining subjective questions related to lung secretion in three different moments: T1 (pre-use assessment of the HME), T2 (pre-use assessment of the HME six weeks after the first assessment) and T3 (assessment six weeks after the use of the HME). Voice samples were recorded during these 3 different assessments and were evaluated by three speech-language pathologists, in a blind study format, according to a perceptual auditory vocal analysis protocol. The non-parametric test of Wilcoxon was used to compare results of both protocols. RESULTS: no significant differences were observed for traqueoesophageal and esophageal vocal quality in the three different moments of assessment: T1 (pre-use assessment of the HME), T2 (pre-use assessment of the HME six weeks after the first assessment) and T3 (assessment six weeks after the use of the HME). On the other hand, there were significant differences, after the period of the HME use, regarding occurrence of cough and forced expectoration during the day time. CONCLUSION: The use of the HME during the period of six weeks reduced cough and expectoration of patients with total laryngectomy. However, the use of the humidifier did not have any influence on the traqueoesophageal and esophageal vocal quality of these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Complicações decorrentes do uso de prótese vocal/ Complications in consequence of the vocal prosthesis use

Kruschewsky, Leonardo de Souza; Freitas, Luiz Carlos Conti de; Nakamura, Ernandes; Mamede, Rui Celso Martins; Mello-Filho, Francisco Veríssimo de; Rics, Lílian
2002-01-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: Desde a primeira laringectomia total, realizada em 1873, já se tem registro do interesse em se desenvolver e recuperar a comunicabilidade verbal desses pacientes. Porém grandes progressos foram observados depois de 1979, quando se pode contar com próteses traqueoesofágicas. Mesmo sendo um enorme progresso, as próteses vocais geram complicações. OBJETIVO: Avaliar as complicações com o emprego de próteses vocais e relaciona-las com fatores clínicos (mais) e tipo de prótese. MÉTODOS: Dez pacientes submetidos a laringectomia total portando prótese fonatória foram acompanhados no serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do HCRP-FMRP-USP buscando-se registrar as complicações e relaciona-las com fatores clínicos e tipo de prótese. RESULTADOS: Foram registrados: vazamento de saliva e/ou dieta da faringe para a traquéia, infecção fungica, ausência de função da prótese e esses achados foram quantificados avaliando-se os efeitos da radioterapia e do tipo de prótese usada. CONCLUSÃO: A prótese vocal apresenta dificuldades e complicações operacionais que merecem atenção e mais estudos são necessários para se ter o perfil mais completo destes aspectos. Resumo em inglês INTRODUCTION: Since 1873 when the first total laryngectomy was performed there is a scientific interest in develop and recover patients' verbal comunication. Great successes were done after 1979, that permitted the tracheoesophagical prosthesis be a reality. Even being a special conquest the vocal prosthesis has its complications. AIM: To evaluate its complications registered with the vocal prosthesis use and its relation with patients' clinical aspects and the prosthesis (mais) kind. METHODS: Ten total laryngectomised patients from the HCRP-FMRP-USP, Head and Neck ambulatory, were followed to complications manifestations with the prosthesis use. RESULTS: Complications as saliva and/or diet passage from the pharynx to the trachea, fungal infection, prosthesis dysfunction were registered and quantified in relation with radiotherapy and the prosthesis kind used. CONCLUSION: Even being a special development for patients' comunication and socialization, it offers some difficulties and complications that have to be observed and more studies are necessary to better evaluate these aspects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Carcinoma papilífero de tireóide localmente invasivo/ Locally invasive papillary thyroid carcinoma

Dedivitis, Rogério A.; Guimarães, André V.
2002-10-01

Resumo em português Introdução: O carcinoma bem diferenciado da tireóide invade estruturas e tecidos moles adjacentes cervicais em uma minoria de pacientes. Entretanto, quando isso ocorre, há significativa morbidade e excessiva mortalidade. Objetivo: Análise retrospectiva dos resultados cirúrgicos. Forma de estudo: Clínico retrospectivo. Material e método: Foram submetidos à tireoidectomia 509 pacientes em nosso serviço de 1994 a 2000. Havia 71 casos de carcinoma papilífero, com 1 (mais) 3 casos de extensão extra-tireoidiana (18,3%). Havia cinco pacientes do sexo masculino e oito do feminino, com mediana etária de 57 anos. As estruturas mais freqüentemente invadidas foram: músculos pré-tireoidianos - 10 casos; traquéia - 9; nervo laríngeo recorrente - 6; laringe - 4; e esôfago - 1. Tireoidectomia total foi realizada em todos os casos, com esvaziamento cervical radical em cinco e de nível VI em seis. Anastomose término-terminal da traquéia foi realizada em cinco pacientes e anastomose entre cricóide e traquéia em dois. Um paciente foi submetido à laringectomia total. Resultados: Um paciente foi a óbito no 10º dia pós-operatório por complicações cardíacas. Dose terapêutica de 131I foi administrada nos demais pacientes. Todos passaram a receber tiroxina em dose supressiva para a tireotrofina. Outro paciente foi a óbito por causa clínica no 14o mês pós-operatório. Um paciente recusou laringectomia total, estando vivo com doença. Oito pacientes evoluem bem, com seguimento variando de 10 a 49 meses. Um apresentou recidiva local, que foi resgatada cirurgicamente, com bom resultado. Resumo em inglês Introduction: Well-differentiated thyroid carcinoma invades adjacent structures of the neck in a minority of patients. However, when it occurs there are significant morbidity and mortality. Aim: Retrospective analysis of the surgical results. Study design: Clinical retrospective. Material and method: The records of 509 patients underwent thyroidectomy in our department from 1994 to 2000 were reviewed. There were 71 cases of papillary carcinoma with 13 cases of extrathyroi (mais) dal extension (18.3%). There were five men and eight women whose age median was 57. The most commonly invaded structures were: strap muscles - 10; trachea in 9 cases; recurrent laryngeal nerve - 6; larynx - 4; and esophagus - 1. In all the cases, we performed total thyroidectomy, with radical neck dissection in five and level VI dissection in six. An end-to-end anastomosis of the trachea was performed in five patients, an anastomosis between the cricoid cartilage and the trachea was performed in two patients. One patient underwent total laryngectomy. Results: One patient died due to cardiac failure in the 10th postoperative day. A curative dose of 131I has been given to all the remaining patients. All of them have received thyroid hormone replacement. Another patient died due to clinical cause in the 14th postoperative month. One patient has refused total laryngectomy and is alive with disease. Eight patients have been doing well from 10 to 49 months postoperatively. One of them have had local recurrence which was surgically salvaged.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Reabilitação vocal de laringectomizados com prótese traqueoesofágica/ Vocal reabilitation of patients with laringectomy using tracheoesofogeal proteses

Costa, Claudiney C.; Rapoport, Abrão; Chagas, José Francisco S.; Oliveira, Iara B.; Castro, Pedro de; Magna, Luiz Alberto
2001-09-01

Resumo em português Material: No período de 23 de fevereiro de 1999 a junho de 2000 foram estudados 23 pacientes submetidos à laringectomia total que receberam a prótese traqueoesofágica do tipo Blom-Singer Indeweling Low Presure, sendo 22 pacientes do sexo masculino, com faixa etária variando de 40 a 80 anos. O tempo de acompanhamento variou de 150 a 462 dias. Um paciente era do estádio clínico I, com comprometimento da comissura posterior; um, do estádio II, com lesão na subglote; (mais) 13, do estádio III; e sete do IV. Forma de estudo: Prospectivo clínico não randomizado. Método: A prótese foi locada concomitante à laringectomia em sete pacientes; secundariamente, com anestesia geral, em cinco; e, por endoscopia digestiva alta, sob sedação e anestesia local, em quatorze. Foram estudadas as complicações decorrentes da colocação e uso da prótese vocal, avaliação da qualidade da voz e da inteligibilidade de fala, utilizando parâmetro perceptivo-auditivo, antes e depois da fonoterapia e do tempo necessário para reabilitação vocal. Resultados: Houve três complicações pós-operatórias relacionadas com procedimento cirúrgico terapêutico, que impossibilitaram a reabilitação vocal; dos vinte possíveis de serem reabilitados com a prótese, dezoito se reabilitaram com índice de 90% de sucesso. O tempo médio para reabilitação variou de um a 65 dias. Conclusão: Concluímos que as complicações decorrentes da colocação e uso da prótese não inviabilizaram o sucesso do método; o tempo médio para aquisição da voz foi de sete dias; a qualidade vocal e a inteligibilidade de fala apresentaram melhora após a realização da fonoterapia, sem diferença estatística significativa; e a colocação secundária da prótese vocal, utilizando nova técnica, por endoscopia digestiva alta, mostrou-se mais eficaz em relação às técnicas convencionais. Resumo em inglês We studied the complications resulting from the placement and use of the vocal prosthesis, assessment of voice quality and speech intelligibility using perceptive-auditory parameters before and after speech therapy and the period needed for vocal rehabilitation. From February 1999 to June 2000, a study was conducted on 23 patients who underwent total laryngectomy and were given a tracheoesophageal prosthesis like the Blom-Singer Indwelling Low Pressure. Study design: Pros (mais) pective clinical not randomized. Material and method: The study consisted of 22 males and their ages ranged from 40 years to 80 years. The follow up period varied between 150 days to 462 days. One patient with the posterior commissure affected was at stadium I; stadium II had one patient with a lesion in the subglottic region; stadium III had 13 patients; stadium IV had four patients. The prosthesis was placed in seven patients concomitantly with the laryngectomy, while the placement was secondary in the remaining group. Aim: We studied the complications resulting from the placement and use of the vocal prosthesis, assessment of voice quality and speech intelligibility using perceptive-auditory parameters before and after speech therapy and the period needed for vocal rehabilitation impossible. The success rating was 90% with 18 patients rehabilitated with the help of the prosthesis. The rehabilitation period varied between one day to 65 days. Conclusions: the complications resulted from placement and use of this prosthesis did not hamper its success; the average time taken for voice acquisition was seven days, vocal quality and intelligibility of speech showed improvement after the phonoterapy without significant statistics difference and the secondary placement through new surgical technique by digestive endoscopy is better than the conventional technique.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Fatores prognósticos no tratamento do carcinoma epidermóide da laringe: cirurgia conservadora x radical/ Prognostic factors in the treatment of squamous cell carcinoma of the larynx: partial surgery x radical surgery

Vidal, Maria da Graça Caminha; Cervantes, Onivaldo; Abrahão, Marcio; Hojaij, Flávio Carneiro; Amar, Ali
2007-12-01

Resumo em português O tratamento do carcinoma da laringe tem como desafio a cura do paciente e a preservação do órgão. OBJETIVO: A avaliação dos subsítios na disseminação do carcinoma e a sua influência no tratamento cirúrgico da laringe, no controle local e na sobrevida. MATERIAL E MÉTODO: Cento e sessenta pacientes tratados na Escola Paulista de Medicina - Hospital São Paulo, no período de janeiro de 1998 a dezembro de 2004, foram compilados para análise da disseminação do (mais) carcinoma dos subsítios da laringe. Foram incluídos pacientes com seguimento mínimo de 2 anos, após diagnóstico e tratamento. A avaliação estatística foi: Teste X2, Teste de Fisher e a Curva de Kaplan-Meier. Forma de Estudo: Estudo de Coorte Histórica Longitudinal (Trabalho Clínico Retrospectivo). RESULTADOS: A comissura posterior e a infraglote, respectivamente, foram significantes para a laringectomia total: tumores glóticos AC: (p=0,03) AP: (p=0,0001); AC: (p=0,0007) AP: (p Resumo em inglês The present study aimed at assessing the other sites as the carcinoma spreads, as well as therapeutic results, in larynx preservation and patient survival. STUDY TYPE: It is a Longitudinal Historical Cohort Study, a retrospective clinical study. MATERIALS AND METHODS: A hundred and sixty (160) patients treated at ‘Escola Paulista de Medicina’ (‘Paulista’ Medical School) - São Paulo Hospital, from January 1988 to December 2004 were examined as for the spreading of the (mais) ir larynx carcinoma. Those patients whose evaluations were at least two years old after treatment were the only ones accepted. The parametric tests used were: Test X2, Fisher’s test, and Kaplan-Meier’s curve. RESULTS: The posterior commissure and the infraglottis were significant in terms of the laryngectomy: glottal tumors AC: (p=0.03) AP: (p=0.0001); AC: (p=0.0007) AP: (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Fatores prognósticos de sobrevida no câncer glótico inicial/ Prognostic factors on initial glottic cancer

Oliveira, José Carlos de; Curado, Maria Paula; Rapoport, Abrão; Silva, Márcio Roberto B.
2001-09-01

Resumo em português Introdução: A sobrevida no câncer glótico inicial T1 e T2 pós-cirurgia parcial e radioterapia é suportada por dois paradigmas: a cura e a preservação da laringe. Forma de estudo: Retrospectivo clínico. Material e método: Após a revisão de 72 prontuários, dos quais 60 (83,3%) eram homens, e 12 (16,7%), mulheres, sendo 30 estadiados como T1 (41,66%), e 42, como T2(59,34%); 49 (68,10%) tabagistas e 32 (49,94%) etilistas; 26 (36,11%) foram submetidos à laringect (mais) omia parcial (cordectomia, frontolateral, hemilaringectomia), e 46 (63,89%) à radioterapia (dose média de 6,3Gy). Resultados: A sobrevida livre de doença média foi de 71% a cinco anos, sendo 65% para a radioterapia e 79% para a cirurgia parcial - valores estes sem significado estatístico (p=0,4071). Para a sobrevida global, foi de 91% (12 meses), 83% (24 meses) e 44% (60 meses) para cirurgia, e 84% (12 meses), 68% (24 meses) e 17% (60 meses) para a radioterapia - diferenças essas não significantes. Quanto aos pacientes que recidivaram, foram todos submetidos à laringectomia total (resgate cirúrgico) com sobrevida livre de doença de 100% (12 meses) e 44% (60 meses) - resultados semelhantes àqueles obtidos à cirurgia parcial inicial. Resumo em inglês Introduction: The survival of initial T1 and T2 glottic cancer after partial surgery or radiotherapy is based on two paradigms: cure and organ preservation. Study design: Retrospective clinical. Material and method: After 72 files revision, 60 (83,3%) men and 12 (16,67%) women, 49 (68,10%) smokers and 32 (49,94%) alcohol consummers, being 30 staged as T1 (41,66%) and 42 as T2 (59,34%), 26 (36,11%) submitted for partial resection (cordectomy, fronto-lateral or hemilarin-ge (mais) ctomy) and 46 (63,89%) for radiotherapy (medium dosis of 6,3Gy). Results: After a five years followup, the free survival rate for the whole group were 71% (65%) for radiotherapy and 79% for partial resection), with no statistical significance (p=0,4071). For the global survival, partial surgery 91% (12 months), 83% (24 months) and 44% (60 months) for irradiation, 84% (12 months), 68% (24 months) and 17% (60 months), no statistically significant (p=0,0767). Patients with recurrence, underwent total salvage laryngectomy, with 100% survival rate (12 months) and 44% (60 months), similar with results performed after primary resection.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Comportamento dos músculos cervicais em indivíduos com fala esofágica e laringe artificial/ Behavior of cervical muscles in individuals with esophageal speech and artificial larynx

Santos, Cristina Bellini dos; Caria, Paulo Henrique Ferreira; Tosello, Darcy de Oliveira; Bérzin, Fausto
2010-02-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar através da eletromiografia de superfície o comportamento dos músculos esternocleidomastóideo e paraespinhais cervicais bilateralmente em pacientes que se comunicam por meio da fala esofágica e laringe artificial, para determinar se o tipo de voz utilizada altera o comportamento dos músculos cervicais. MÉTODOS: foram avaliados dez voluntários (duas mulheres e oito homens), idade média de 49,7 anos, com laringectomia total, tempo de pós-operatór (mais) io médio de 2,6 anos, com limitação dos movimentos do pescoço, divididos em dois grupos: grupo 1: cinco voluntários (laringe artificial); grupo 2: cinco voluntários (voz esofágica); grupo 3 controle (sete voluntários). RESULTADOS: na fonação não houve alteração no padrão de ativação muscular dos indivíduos que utilizam a voz esofágica e a laringe artificial, com relação ao grupo controle. No entanto, na condição de repouso houve diferença significativa, comparando-se os valores médios de Root Mean Square dos grupos 1 e 2 com o grupo 3, para o músculo esternocleidomastóideo direito e para os músculos paraespinhais cervicais direito. CONCLUSÃO: o tipo de opção vocal não interferiu no padrão de ativação muscular durante a fonação, bem como não existiu diferença no padrão de ativação muscular na fonação dos voluntários quando comparados a indivíduos sem intercorrências no aparelho fonador. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate by the surface electromyography the behavior of the sternocleidomastoid and cervical paraspinalis muscles, bilaterally in patients who use esofagic and artificial larynx as alternative to talk and to determine if these conditions modify the cervical muscles behavior. METHODS: ten volunteers were evaluated (two women, eight men), with average age: 49. 7 years, with total laryngectomy, average time of postoperative: 2.6 years, with neck movements limita (mais) tion, divided in two groups: group 1 with five volunteers (artificial larynx); group 2 with five volunteers (esofagic voice); and group 3 control (seven volunteers). RESULTS: there was no significant difference in the muscular activation pattern during phonation in individuals with esofagic voice and the artificial larynx compared to the control group, however, in the rest condition, there was a significant difference comparing the average values of Root Mean Square (RMS) of groups 1 and 2 with group 3, for the right sternocleidomastoid muscle and the right cervical paraspinalis muscles. CONCLUSION: the vocal option did not interfere on the muscular activation pattern during the phonation, as well as there was no difference in the muscular activation pattern comparing the experimental groups with the control group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Reabilitação fonatória do laringectomizado total: utilização de toxina botulínica na voz tráqueo-esofágica com prótese fonatória/ Botulinum toxin in speech rehabilitation with voice prosthesis after total laryngectomy

Chone, Carlos Takahiro; Teixeira, Cristiane; Andreollo, Nelson A.; Spina, Ana Lucia; Barcelllos, Irene H.K.; Quagliato, Elizabeth; Crespo, Agricio N.
2008-04-01

Resumo em português Na punção tráqueo-esofágica(PTE) é realizada miotomia do músculo constritor da faringe, mas sua necessidade é entre 9% a 79% dos pacientes. Sua realização pode aumentar as taxas de fístula salivar no pós-operatório. A aplicação da TB é ambulatorial. OBJETIVO: Análise da eficácia da aplicação de toxina botulínica (TB), na reabilitação do laringectomizado total com voz tráqueo-esofágica(VTE) com espasmo(E) do segmento faringo-esofágico (SFE) sem mio (mais) tomia. MATERIAL E MÉTODOS: Análise de oito pacientes submetidos à laringectomia total (LT), reabilitados com VTE com prótese fonatória (PF), esforço para emissão de voz devido à E do SFE. Todos submetidos a tratamento dessa alteração motora com injeção de 100 unidades de TB no SFE. A avaliação constituiu-se de análise perceptiva de voz, videofluoroscopia (VF) do SFE, análise acústica de voz e manometria computadorizada (MC) do SFE, todos antes e após aplicação de TB. DESENHO DE ESTUDO: Estudo prospectivo. RESULTADOS: Houve diminuição na pressão à MC do SFE, após a injeção de TB. Análise acústica demonstrou melhora na qualidade de harmônicos após o tratamento. Houve emissão de voz sem esforço e melhora do E após o uso da TB. CONCLUSÃO: Todos os pacientes com E do SFE apresentaram melhora vocal após aplicação da TB neste SFE. Resumo em inglês In tracheo esophageal puncture (TEP), we carry out a myotomy of the pharynx constrictor muscle; however, about 9 to 79% of patients need such procedure. The consequence of such procedure is an increase in salivary fistula rates in the postoperative. Botulin toxin is used in an outpatient basis. AIM: analyzing the efficacy of botulin toxin (BT) use in the rehabilitation of totally laryngectomized patients with tracheo-esophageal voice (TEV) with spasms (S) of the pharyngo- (mais) esophageal segment (PES) without myotomy. MATERIALS AND METHODS: We analyzed eight patients submitted to total laryngectomy (TL), rehabilitated with TEV, with speech prosthesis (SP) and struggle to utter voice because of PES spasms. They were all submitted to treatment of such motor alteration with the injection of 100 units of BT in the PES. The evaluation was based on perceptive voice analysis, video fluoroscopy (VF) of the PES, acoustic voice analysis and computerized manometry (CM) of the PES, all before and after BT injection. STUDY DESIGN: prospective. Results: There was a reduction in PES CM pressure after BT injection. Acoustic analysis showed an improvement in harmonics quality after treatment. There was smoother voice utterance and spasm improvement after BT. CONCLUSION: all patients with PES spasms presented vocal improvement after BT injection in the PES.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Uso de manometria computadorizada para estudo do espasmo do segmento faringoesofágico em pacientes com voz traqueoesofágica inadequada antes e após aplicação de toxina botulínica/ Computerized manometry use to evaluate spasm in pharyngoesophageal segment in patients with poor tracheoesophageal speech before and after treatment with botulinum toxin

Chone, Carlos T.; Seixas, Vinícius Oliveira; Andreollo, Nelson A.; Quagliato, Elizabeth; Barcelos, Irene H. K.; Spina, Ana L.; Crespo, Agrício N.
2009-04-01

Resumo em português Voz traqueoesofágica (VTE) com prótese fonatória (PF) é método eficaz e reproduzível na reabilitação vocal após laringectomia total (LT), impedida pelo espasmo do segmento faringoesofágico (SFE). A manometria computadorizada (MC) é novo método objetivo e direto de avaliação do SFE. OBJETIVO: Análise objetiva do espasmo do SFE, com MC, antes e após aplicação de toxina botulínica (TB). DESENHO DO ESTUDO: Prospectivo clínico. MATERIAL E MÉTODOS: Análise (mais) de oito pacientes consecutivos submetidos à LT com VTE e PF, sem emissão vocal, com espasmo do SFE à videofluoroscopia, considerado padrão ouro para detecção de espasmo. Todos trataram o espasmo com injeção de 100 unidades de TB no SFE. Avaliação constituiu-se de videofluoroscopia e MC do SFE, antes e após aplicação de TB. RESULTADOS: Houve diminuição na pressão do SFE à MC, após injeção de TB em todos. A média de pressão do SFE à MC, nos oito pacientes, antes da aplicação de TB foi de 25.36 mmHg e após foi de 14.31 mmHg (p=0,004). Houve emissão vocal sem esforço e melhora do espasmo do SFE à videofluoroscopia após o uso da TB. CONCLUSÃO: Foi observada diminuição na pressão do SFE após injeção da TB à MC em todos os pacientes, com melhora do espasmo à videofluoroscopia. Resumo em inglês Tracheoesophageal voice (TEV) with voice prosthesis (VP) is an efficient and reproducible method used in vocal rehabilitation after total laryngectomy (TL), prevented by spasms in the pharyngoesophageal segment (PES). Computerized Manometry (CM) is a new, direct and objective method used to assess the PES. AIM: to carry out an objective analysis of the PES, with CM, before and after the injection of botulinum toxin (BT). STUDY DESIGN: clinical-prospective. MATERIALS AND M (mais) ETHODS: analysis of eight patients consecutively submitted to TL with TEV and VP, without vocal emission, with PES spasms seen through videofluoroscopy, considered the gold standard for spasm detection. All had their spasms treated with the injection of 100 units of BT in the PES. The assessment was based on PES videofluoroscopy and CM, before and after BT injection. RESULTS: There was a PES pressure reduction according to the CM after BT injection in all patients. The average pressure in the PES seen through the CM in eight patients before BT injection was 25.36 mmHg, and afterwards it dropped to 14.31 mmHg (p=0.004). There was vocal emission without stress and PES spasm improvement seen through the videolaryngoscopy after BT injection. CONCLUSION: We observed a reduction in PES pressure after BT injection, seen through CM in all the patients, with spasms improvement seen through videofluoroscopy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Pressão intra-esofágica durante a produção da voz esofágica em pacientes laringectomizados com e sem recuperação da capacidade de comunicação oral/ Intraesophageal pressure during esophageal speech in laryngectomized patients rehabilitated or no rehabilitated for oral communication

DANTAS, Roberto Oliveira; AGUIAR-RICZ, Lilian Neto; OLIVEIRA, Elaine Cristina de; MELLO-FILHO, Francisco Veríssimo; MAMEDE, Rui Celso Martins
2001-09-01

Resumo em português Racional — As contrações esofágicas estão alteradas após laringectomia para tratamento de neoplasias de faringe/laringe. Estes pacientes podem ser reabilitados, quanto a comunicação oral, com a voz esofágica. As pressões intra-esofágicas com a produção da voz podem ser diferentes daquelas dos pacientes não reabilitados. Objetivo - Avaliar a pressão intra-esofágica durante a produção da voz esofágica de 25 pacientes laringectomizados com idades entre (mais) 40 e 70 anos (mediana de 57 anos), 10 reabilitados com voz esofágica e 15 incapazes de produção da voz. Material e Métodos - Foi utilizado o método manométrico com sonda aberta e perfusão contínua. As pressões foram medidas nos 5 cm proximais do esôfago durante a tentativa da pronúncia da vogal "a" e durante a deglutição de ar. Resultados - A pressão esofágica durante a produção da voz esofágica foi maior nos pacientes reabilitados (26,4 ± 10,1 mm Hg, média ± DP) do que nos pacientes inabilitados para comunicação oral (13,7 ± 7,2 mm Hg). Quando a introdução do ar no esôfago foi seguida de contração esofágica, a amplitude destas contrações foi maior nos pacientes reabilitados (45,3 ± 8,6 mm Hg) do que nos não reabilitados (33,8 ± 13,1 mm Hg). Conclusão - Pacientes laringectomizados com voz esofágica desenvolvem maior pressão intra-esofágica durante a produção da voz do que aqueles incapazes da produção da voz, o que deve refletir a presença de ar no esôfago. Resumo em inglês Background — After laryngectomy for treatment of pharyngeal/laryngeal carcinomas the patients may be rehabilitated, for oral communication, with the esophageal speech. Aim - To study the intra-esophageal pressure during the esophageal speech. Patients and Methods - It was measured the intra-esophageal pressure in 25 laryngectomized patients aged 40 to 70 years (median 57 years), 10 rehabilitated with esophageal speech and 15 unable to do so. The manometric method wit (mais) h continuous perfusion was used. The esophageal pressures was measured 3 to 5 cm below the upper esophageal sphincter when the patients tryed to speek the vowel "a". Sometimes the air swallowed went to the stomach, with a peristaltic or simultaneous contraction in the esophageal body. Results - During the attempt of esophageal speech the intra-esophageal pressure was higher in patients able to have esophageal speech (26,4 ± 10.1 mm Hg, mean ± SD) than in patients unable to do so (13.7 ± 7.2 mm Hg). The esophageal contraction after a swallow of air was also higher in patients with esophageal speech (45.3 ± 8.6 mm Hg) than in patients unable to do so (33.8 ± 13.1 mm Hg). Conclusion - Laryngectomized patients rehabilitated with esophageal speech has a higher intra-esophageal pressure during speech than patients unable to do so, what may be consequence of the capacity to retain air inside the esophagus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Relação entre qualidade de vida e auto-percepção da qualidade vocal de pacientes laringectomizados totais: estudo piloto/ Relation between life quality and self-perception of vocal quality in total laryngectomized patients: pilot study

Carmo, Rodrigo Dornelas do; Camargo, Zuleica; Nemr, Kátia
2006-12-01

Resumo em português OBJETIVO: investigar os indicativos da qualidade de vida em indivíduos submetidos a laringectomia total e a relação destes com os aspectos perceptivo-auditivos da qualidade vocal. MÉTODOS: a população estudada foi constituída por seis indivíduos laringectomizados totais com idades compreendidas entre 40 e 60 anos, de ambos os gêneros, falantes por meio da fala esofágica ou traqueoesofágica. Foram aplicados o protocolo Qualidade de Vida e Voz (QVV) (Behlau et al (mais) ., 2001) e um roteiro escala de fluência (Robe et al.,1956) para julgamentos de estudantes de graduação e pós-graduação em Fonoaudiologia; e roteiro de auto-percepção da voz para julgamentos dos laringectomizados totais. RESULTADOS: os valores do Domínio Físico do QVV foram em média 63.19 e no Domínio Sócio-Emocional 80.20, tendo como máximo 100. Os sujeitos que apresentaram um escore global baixo são aqueles que sentem um maior desconforto na voz, referido como tensão e rouquidão e os juízes classificaram como sujeitos com limitações para se comunicar. Os sujeitos com valores do escore global alto possuem uma melhor percepção de sua voz e fizeram fonoterapia, tendo sido classificados pelo grupo de juízes como bons falantes que conseguem emitir sentenças ou possuem uma fala fluente, sem hesitação. CONCLUSÃO: o escore no Domínio Físico foi maior do que no Domínio Sócio-Emocional, e tais dados revelam que o desconforto maior apresenta-se no Domínio Físico. Os julgamentos efetuados pelos profissionais e pelos laringectomizados totais correlacionaram-se entre si e com o QVV. Resumo em inglês PURPOSE: to investigate life quality indications in individuals that underwent a total laryngectomy and their relationship with the vocal quality hearing-perceptive aspects. METHODS: the studied population was made up by six total laryngectomized individuals between 40 and 60-year old, of both genders, esophageal or tracheae-esophageal speech speakers. Life and Voice Quality (QVV) protocol (Behlau et al., 2001) and a fluency scale guide (Robe et al. ,1956) were applied fo (mais) r trials of Speech Therapy graduation and post-graduation students; and voice self-perception guide for trials of total laryngectomized individuals. RESULTS: the values for Physical Dominion of QVV were on average 63.19 and in the Social-Emotional Dominion 80.20, considering 100 as threshold. The subjects that showed a low global score are those that feel a major voice discomfort, referred to as tension and hoarseness and that the examiners classified as subjects with limitations to communicate. The subjects with values within the global high score have a better perception of their voice and underwent speech therapy, having been classified by the group of examiners as good speakers who get to give out sentences or have a fluent speech, with no hesitation. CONCLUSION: the score in the Physical Dominion was higher than in the Social-Emotional Dominion, and such data show that the major discomfort appears in the Physical Dominion. The trials carried through by the professionals and by the total laryngectomized individuals were correlated amongst themselves and with QVV.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Comparação dos valores de débito cardíaco obtidos por termodiluição e dopplerfluxometria transesofágica/ Comparison between two methods for hemodynamic measurement: thermodilution and oesophageal doppler

Ferreira, Roberto Manara Victorio; Amaral, José Luiz Gomes do; Valiatti, Jorge Luís dos Santos
2007-08-01

Resumo em português OBJETIVO: A termodiluição (TD) é padrão de monitorização hemodinâmica. Alguns parâmetros hemodinâmicos podem ser medidos através do Doppler Transesofágico (DTE). Método simples, menos invasivo. Com o objetivo de avaliar a acurácia do DTE foram comparados TD e DTE na determinação de medidas de débito cardíaco (DC). MÉTODOS: Foram determinadas 192 medidas simultâneas, em diferentes situações clínicas em dez pacientes com idade entre 21 85 anos (cinco d (mais) o gênero masculino e cinco do feminino), oito internados sépticos em uso de drogas vasoativas e dois monitorizados para laringectomia e transplante hepático; todas avaliadas ao longo de quatro horas, em intervalos de 30 minutos. Foram utilizados dois tipos de doppler: o DeltexR, e o ArrowR, introduzidos entre 35 e 45 cm da fossa nasal e localizados no ponto de maior diâmetro da aorta descendente. Na TD, foi utilizado cateter de artéria pulmonar (Swan Ganz BaxterR) e monitor DX-2001R, confirmado o posicionamento radiologicamente e através das curvas pressóricas geradas. As medidas do DC realizadas através da TD foram obtidas com soro fisiológico gelado, sendo considerada a média de quatro medidas não diferentes de 5%. Foi aplicado o método estatístico de Bland e Altman, com utilização de gráfico de regressão linear. RESULTADOS: Não houve diferença estatisticamente significante entre esses dois métodos de medida hemodinâmica, com coeficiente de correlação de 0,88 para o DC (Doppler DeltexR X Swan Ganz BaxterR) e coeficiente de correlação de 0,99 DC (Doppler Arrow rR X Swan Ganz BaxterR) respectivamente, observando-se correlação. CONCLUSÃO: A medida das variáveis hemodinâmicas ao DTE foi obtida com facilidade nos dez pacientes estudados e revelou ter este dispositivo acurácia compatível à TD. Resumo em inglês OBJECTIVES: Thermodilution (TD) is the "gold standard method" for hemodynamic monitoring. Some parameters can be measured by Oesophageal Doppler (OD), which is simpler and less invasive. To evaluate the accuracy of OD, we compared this method with TD in measurement of cardiac output (CO). METHODS: One hundred and ninety two simultaneous measurements were made in 10 patients (5 male and 5 female) with different clinical situations, 8 with sepsis using vasoactive drugs and (mais) 2 monitored for laryngectomy and liver transplantation. Measurements were taken during 4 hours at 30 minute intervals. The two oesophageal dopplers used DeltexR and ArrowR, were introduced between 35 and 45 cm from the nose and located at the point of largest diameter of the descending aorta. In TD, we used the pulmonary artery catheter (Swan Ganz BaxterR) and the DX- 2001 monitorR positioning was confirmed with support of radiology and of pressures curves. Measurements of CO carried out by means of TD were achieved using an iced saline solution considering the mean of four measurements with less than a 5% difference. The statistical method used was the Bland-Altman scatter plot and dispersion graphic. RESULTS: No statistically significant difference was found between the two methods for hemodyamic measurement with a correlation coefficient of 0.8 for CO (Deltex DopplerR and Baxter Swan GanzR) and a correlation coefficient of 0.99 for CO (Arrow DopplerR and Baxter Swan GanzR). CONCLUSION: Homodynamic measurements with OD have the same accuracy as those with TD and were easily obtained in the 10 patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Análise funcional da laringe pós-cordectomia, reconstruída com retalho de prega vestibular/ Functional analysis of post-cordectomy larynx reconstructed with vestibular fold flap

Ricz, Hilton; Mamede, Rui C. M.; Aguiar-Ricz, Lílian
2004-12-01

Resumo em português Várias técnicas para a reconstrução da laringe, pós laringectomias parciais verticais, são citadas na literatura, algumas utilizando estruturas da própria laringe, como a prega vestibular, porém, poucas dão destaque à análise das funções laríngeas após estas reconstruções. Este estudo teve como objetivo avaliar as funções laríngeas em pacientes submetidos à cordectomia completa (tipo IV), reconstruídos com retalho de prega vestibular. FORMA DE ESTUDO (mais) : Estudo de coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: Dez pacientes, nove do sexo masculino e um do sexo feminino, com idades entre 45 e 75 anos, e média de 64,5, com carcinomas glóticos tratados por cordectomias totais ou completas (tipo IV) e reconstruídos com retalho de prega vestibular, foram submetidos a videolaringoestroboscopia, onde se avaliou a permeabilidade laríngea, o posicionamento do retalho, o fechamento laríngeo, a movimentação das aritenóides e a característica da fonte sonora: vibrátil ou friccional, e quando vibrátil, a localização e as estruturas que a compunham. A qualidade vocal foi analisada por avaliação perceptiva auditiva e objetiva computadorizada. A função de proteção das vias aéreas durante a deglutição foi realizada pela avaliação endoscópica da deglutição. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram que não houve necessidade de manter a traqueostomia no pós-operatório tardio, pois a luz laríngea reconstruída mantinha-se pérvia. A função de proteção estava mantida em todos os casos, a coaptação completa em 30% e somente um paciente teve a movimentação da aritenóide limitada devido à imobilidade do lado operado. Evidenciaram, também, que havia fonte sonora vibrátil em 90% dos casos e que em todos a prega vestibular participava da sua composição. Em sete pacientes a fonte sonora vibrátil se localizava na região glótica. A análise computadorizada revelou freqüência fundamental média de 177,5 Hz, jitter médio de 1,11% e shimmer de 7,04%. Pela escala GRBAS, um paciente apresentou voz normal e 4 tiveram disfonia discreta. CONCLUSÕES: A reconstrução laríngea pós-cordectomia realizada com o retalho da prega vestibular tornou possível emissão de voz normal (freqüência fundamental 205 Hz, jitter 0,13%, shimmer 1,16%), proporcionando coaptação completa em 30% dos casos, fonte sonora vibrátil na região glótica em 70% e participação do retalho como estrutura vibrátil em 90%, além de preservar as funções laríngeas de respiração e proteção das vias aéreas durante a deglutição. Resumo em inglês Several reports of techniques for larynx reconstruction after partial vertical laryngectomy are available in the literature, some of them using structures of the larynx itself such as the vestibular fold, but few have emphasized analysis of laryngeal function after reconstruction. Thus, the objective of the present study was to assess laryngeal function in patients submitted to total or complete cordectomy (type IV) followed by reconstruction with vestibular fold flap. ST (mais) UDY DESIGN: Cohort transversal. MATERIAL AND METHODS: Ten patients, nine males and one female aged 45 to 75 years (mean age: 64.5 years), with glottis carcinomas treated by total or complete cordectomy (type IV) and reconstructed with vestibular fold flap were submitted to videolaryngostroboscopy for assessment of laryngeal permeability, flap positioning, laryngeal closure, arytenoid movement, characteristics of speech sound source (vibrating or frictional) and, when the source was vibrating, location and structures of the sound source. Voice quality was evaluated by perceptual acoustic assessment and by objective computer analysis. The function of lower airway protection during swallowing was analyzed by endoscopic evaluation of swallowing. RESULTS: There was no need to maintain tracheostomy during the late postoperative period since the reconstructed laryngeal lumen remained pervious. The function of airway protection during swallowing was preserved in all patients, with full coaptation of laryngeal structures in 30% of the cases and one patient presented immobility of the operated hemilarynx in midline position. Vibrating sound source was detected in 90% of the cases and was located in the glottic region in seven patients. The vestibular fold flap participated in the composition of the vibrating sound source in all cases. Computerized analysis revealed the following mean values: fundamental frequency, 177.5 Hz, jitter 1.11% and shimmer 7.04%. Using GRBAS scale we observed normal voice in one patient and four patients with discrete dysphonia. CONCLUSIONS: Laryngeal reconstruction with vestibular fold flap after cordectomy was able to maintain laryngeal function, providing normal voice according to perceptive auditory or acoustic analysis (fundamental frequency, 205 Hz, jitter 0.13% and shimmer 1.16%), with full coaptation of laryngeal structures in 30% of the cases, vibrating sound source in the glottic region in 70% and participation of the flap as a vibrating structure in 90%, as well as the maintenance of the laryngeal functions of breathing and airway protection during swallowing.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Reconstrução total de faringe: análise de 69 casos/ Total pharyngeal reconstruction: review of 69 cases

Carvalho, André Lopes; Miguel, Roberto Elias Vilela; Santos, Carlos Roberto dos; Magrin, José; Gonçalves Filho, João; Kowalski, Luiz Paulo
1999-04-01

Resumo em português Os autores analisaram retrospectivamente as reconstruções após faringolaringectomias totais e faringolaringo-esofagectomias totais realizadas num período de 18 anos, com o objetivo de comparar os resultados imediatos e tardios das diversas técnicas empregadas. Foram revistos 69 casos submetidos a reconstruções totais de faringe realizadas no Hospital A.C.Camargo, de 1980 a 1997. Hipofaringe e laringe eram os locais da neoplasia em 57 pacientes (82,6%), o esôfago c (mais) ervical, em sete (10,1 %), e outras localizações em cinco (7,2%). Em 62,4% dos casos, o tumor encontrava-se em estádio avançado, e em 18,8% os pacientes apresentavam recidivas de tumores previamente tratados. As cirurgias consistiram em faringolaringoesofagectomia total e transposição de tubo gástrico (gastric pull-up) em 14 pacientes (20,3%), e com interposição de cólon em cinco (7,3%); e de faringolaringectomia total com reconstrução a partir da rotação de retalho do músculo peitoral maior tubulizado em 16 pacientes (23,2%), com retalho do músculo peitoral maior suturado à fáscia pre-vertebralis em 29 (42,0%) e com outras reconstruções em cinco (7,2%). Das técnicas de reconstrução em faringolaringoesofagectomia, o gastric pull-up apresentou índices menores de complicações e mortalidade pós-operatória. Quando comparamos as reconstruções em faringolaringectomia total, os casos reconstruídos com retalho miocutâneo suturado à fáscia pre-vertebralis apresentaram índices menores de fístula e estenose. No entanto, essas diferenças não foram estatisticamente significativas. Diante destes resultados, nossa conduta em faringolaringectomias totais, quando não é possível a reconstrução da faringe com sutura primária, é realizar a rotação do retalho do músculo peitoral maior suturado à fáscia pre-vertebralis. Quando é necessária a faringolaringoesofagectomia, realizamos reconstrução com gastric pull-up. Resumo em inglês This is a review of 69 patients who underwent total pharyngeal reconstruction after pharyngolaryngoesophagectomy or total pharyngolaryngectomy at A.C.Camargo Hospital over 18 years (1980 to 1996), with the propose of comparing the immediate and late results of the different types of reconstruction. The tumor was sited at the hypopharynx or larynx in 57 cases (82.6%), at cervical esophagus in seven (10.1.%) and other sites in five (7.2%). The surgery was indicated for loca (mais) l advanced disease in 62.4% cases and for tumor recurrence in 18.8%. There were 19 cases of pharyngolaryngoesophagectomy and 50 cases of pharyngolaryngectomy in which the primary suture of the pharynx could not be performed. The surgery type performed after pharyngolaryngoesophagectomy was a reconstruction with "gastric pull-up" in 14 patients and colonic interposition in five patients. Reconstruction after pharyngolaryngectomy was performed with a tubed pectoralis major myocutaneous flap in 16 patients, reconstruction in five patients. Reconstruction with "gastric pull-up" presented less complications than colonic interposition in the cases of pharyngolaryngoesophagectomy. In the cases of pharyngolaryngectomy the reconstruction with the pectoralis major myocutaneous flap suture at pre-vertebralis fascia presented less cases of fistula and stenosis compared with other type of reconstruction. 1n one case, these differences were not statistically significant between the reconstruction after pharyngo- laryngectomy nor between the reconstruction after pharyngolaryngoesophagectomy. 5-years survival was 27.5%, median survival was 17.2 months. According to this experience, we prefer nowadays to perform a pectoralis major myocutaneous flap suture at the pre-vertebralis fascia when, after pharyngolaryngectomy, we can not perform a primary closure of pharynx, in such cases where pharyngolaryngoesophagectomy is necessary, a reconstruction with a "gastric pull-up" is our choice.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Correlação entre voz e fala traqueoesofágica e pressão intraluminal da transição faringoesofágica/ Correlation between tracheoesophageal voice and speech and intraluminal pharyngoesophageal transition pressure

Takeshita, Telma Kioko; Zozolotto, Henrique Ceretta; Ricz, Hilton; Dantas, Roberto Oliveira; Aguiar-Ricz, Lílian
2010-12-01

Resumo em português TEMA: reabilitação do laringectomizado total. OBJETIVO: correlacionar a proficiência de voz e de fala de laringectomizados totais usuários de prótese traqueoesofágica com a pressão intraluminal da transição faringoesofágica no repouso e durante a fonação. MÉTODO: foram estudados 12 laringectomizados totais com voz traqueoesofágica, usuários de prótese fonatória, submetidos à coleta e registro do material de voz e da fala, que foram avaliados por três ex (mais) pertos, utilizando-se um protocolo de julgamento geral da comunicação traqueoesofágica. Em seguida, os indivíduos foram encaminhados à manometria esofágica para avaliar a pressão intraluminal da transição faringoesofágica durante a fonação e no repouso. RESULTADOS: durante a fonação, os indivíduos caracterizados como bons falantes (16,7%) pelos expertos apresentaram valores médios de amplitude de pressão na transição faringoesofágica de 27,48mmHg. Entre os falantes moderados (52,5%), obteve-se amplitude média de 30,63mmHg e para os piores falantes (30,8%), 38,72mmHg. Durante o repouso, os melhores falantes apresentaram pressão média de 14,72mmHg, os moderados, 13,04mmHg e os piores falantes, 3,54mmHg. CONCLUSÃO: os melhores falantes apresentaram os menores valores de amplitude de pressão durante a fonação. Em contrapartida, a pressão em repouso foi maior para os bons falantes e menor para os piores, sugerindo que a elevação da pressão na transição faringoesofágica durante a fonação prejudica a qualidade da comunicação traqueoesofágica com a prótese fonatória. Resumo em inglês BACKGROUND: rehabilitation of individuals with total laryngectomy. AIM: to correlate the voice and speech proficiency of individuals with total laryngectomy, users of tracheoesophageal, prosthesis with the intraluminal pharyngoesophageal transition pressure at rest and during phonation. METHOD: twelve individuals with total laryngectomy and with tracheoesophageal voice, users of speech prosthesis, were submitted to a voice and speech sample gathering and registration. The (mais) se individuals were assessed by three experts using a specific protocol for the evaluation of tracheoesophageal communication. Individuals also underwent esophageal manometry in order to evaluate the intraluminal pharyngoesophageal transition pressure during rest and phonation. RESULTS: during phonation, individuals who had been characterized by the experts as good speakers (16.7%) presented average values of pressure amplitude during pharyngoesophageal transition of 27.48mmHg. Average amplitude of 30.63mmHg was observed for individuals classified as moderate speakers (52.5%), and of 38.72mmHg for individuals classified as poor speakers (30.8%). During rest, the good speakers presented an average pressure of 14.72mmHg, the moderate speakers of 13.04mmHg and the poor speakers of 3.54mmHg. CONCLUSION: the good speakers presented the lowest amplitude values of pharyngoesophageal transition pressure during phonation. However, the pressure observed in the rest condition was higher for the good speakers and lower for the poor speakers, suggesting that the raise in the pharyngoesophageal transition pressure during phonation damages the quality of tracheoesophageal communication when using speech prosthesis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)