Sample records for kondo effect
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 18 shown.



1

Influência da aplicação e do efeito cumulativo de boro nas características agronômicas e propriedades tecnologicas da fibra do algodoeiro/ Influence of applications and accumulation of boron on the agronomic characteristics and technological properties of cotton fiber

Sabino, Nelson Paulieri; Silva, Nelson Machado da; Kondo, Julio Isac; Gondim-Tomaz, Rose Marry Araújo
1996-01-01

Resumo em português Avaliou-se a influência da aplicação de doses de boro sobre características agronômicas e propriedades tecnológicas da fibra de algodão em catorze ensaios regionais desenvolvidos no Estado de São Paulo, em 1979-86. Deles, selecionou-se o de Guaíra (SP), cujo caráter de longa duração (1984-93) permitiu o estudo do seu efeito cumulativo. Instalou-se tal ensaio em gleba de latossolo roxo distrófico, argiloso, anteriormente cultivada com milho e leguminosas e, pa (mais) ra tanto, corrigida no aspecto de acidez e adubada com NPK. Adotou-se, para todos os ensaios, o delineamento de quadrado latino com seis repetições. O boro foi aplicado anualmente no sulco de semeação, nas seguintes doses: 0; 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2 kg/ha de B na forma de bórax (11% de B), em mistura com 10-75-75 kg/ha de N, P(2)0(5) e K2O respectivamente. Os ensaios regionais foram reunidos em dois grupos, estabelecidos em função da resposta esperada do algodoeiro à aplicação de boro. Em solos corrigidos, continuamente cultivados, mas nunca adubados com boro, nos quais se esperava, em termos de produção, média ou alta resposta das plantas, os efeitos positivos da adubação boratada estenderam-se para o comprimento da fibra e para o peso de um capulho, com reflexos negativos no índice Micronaire. Em solos em pousio ou naqueles que já haviam recebido boro nas adubações de plantio anteriores, de baixa resposta esperada, portanto, não se verificou efeito do micronutriente nas características estudadas. Com o acúmulo de boro nas adubações anuais do algodão em solo de média resposta esperada, o efeito sobre o peso de capulho e de sementes se destacou, à semelhança do que ocorreu com a produção. Resumo em inglês The influence of boron applications on the agronomic characteristics and technological properties of the cotton fiber were studied in a regional group of experiments conducted through the São Paulo State cotton belt, during the years of 1979 to 1986. The boron cumulative effect was studied in a long term trial of boron fertilization conducted with cotton, installed in 1983 on a low fertility Dusky Red Latosol, limed and frequently fertilized with NPK. In all experiments, (mais) rates of 0, 0.2, 0.4, 0.8, 1.6 and 3.2 kg/ha of B as borax (11% of B), were applied at sowing time, in latin square design experiments. The cultivar IAC 17 was used during four years, followed by the IAC 20. The regional experiments were grouped by previous informations about use of liming and mineral manure, associated to the occurrence of boron deficiency as toxicity symptons. In continuously fertilized soil, where the reaction to boron used to be high in terms of productivity, it was demonstrated that the fertilization with boron improved the length and the boll weight, decreased Micronaire index, and was negligible for another characteristics. The effect of boron accumulation increased the boll weight and seed weight.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Efeito da torção na regularidade e na quantidade de neps em fios de algodão de títulos Ne20, Ne30 e Ne40/ The twist effect on uniformity and nep count of cotton yarns

Sabino, Nelson Paulieri; Kondo, Julio Isao; Gondim-Tomaz, Rose Marry Araújo
1996-01-01

Resumo em português Estudaram-se a regularidade e a quantidade de "neps" em fios de algodão de títulos Ne20, Ne30 e Ne40 para diferentes coeficientes de torção, representados pelas constantes 3,4, 3,6, 3,8, 4,0, 4,2, 4,5 e 4,7. Utilizaram-se, para tanto, três variedades paulistas de algodoeiro: IAC 16, IAC 13-1 e IAC 17. Obtiveram-se a regularidade dos fios e a quantidade de "neps" por meio dos resultados fornecidos, respectivamente, pelo integrador e pelo contador de imperfeições, am (mais) bos da linha Uster Evenness Tester. Com base nos resultados, concluiu-se que, ao aumento do número de torções do fio, correspondeu o crescimento do número de "neps", o qual se intensificou, sucessivamente, nos títulos Ne20, Ne30 e Ne40, e, notadamente, nas variedades com tendência acentuada para essa anormalidade. Não se verificou efeito da torção na regularidade do fio. Títulos mais altos resultaram em aumentos na irregularidade e na quantidade de "neps", sobretudo em relação à IAC 13-1, mais sujeita a esses defeitos. Resumo em inglês The fibers of three cotton varieties (IAC 16, IAC 13-1 and IAC 17) were processed on conventional equipment into 20/1, 30/1 and 40/1 yarn counts, using a range of twist multipliers of 3.4, 3.6, 3.8, 4.0, 4.2, 4.5 and 4.7, to study the twist effect on uniformity and nep count of cotton yarns. The yarn regularity was obtained through the results provided by an integrator and the quantity of neps by an imperfection counter, both of the Uster Evenness Tester line. The results (mais) showed a direct response on the number of twists, as compared to neps using Ne20, Ne30 and Ne40 yarn counts, depending on the cotton variety. The yarn regularity was not affected. Increasing the yarn counts, increased the irregularity and the quantity of neps, mainly in the variety showing higher tendency to these abnormalities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

EFEITOS DO CALCÁRIO E DO GESSO NAS CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS DO SOLO E NA CULTURA DO ALGODÃO

SILVA, NELSON MACHADO DA; VAN RAIJ, BERNARDO; CARVALHO, LUIZ HENRIQUE DE; BATAGLIA, ONDINO CLEANTE; KONDO, JULIO ISAO
1997-01-01

Resumo em português Em experimentos de campo desenvolvidos durante quatro anos com o cultivar IAC 20 de algodoeiro, em um latossolo roxo distrófico e ácido de Guaíra (SP), estudou-se o efeito de duas aplicações de calcário (0,6; 1,8 e 3,0 t/ha/ciclo) e de gesso (0, 2, 4 e 6 t/ha/ciclo), durante dois ciclos sucessivos de cultivo, de dois anos cada um. Análises periódicas de terra indicaram que a ação do calcário sobre a acidez foi maior na camada superfícial, nas duas oportunidade (mais) s, enquanto o gesso aprofundou gradativamente sua ação até à camada de 40-60 cm, lixiviando bases e aumentando a porcentagem de saturação por bases em subsuperfície. Por incrementar a produtividade do algodoeiro e as concentrações foliares de S, Ca e mesmo de Mg, admitiu-se que a gessagem tenha promovido o aprofundamento de raízes das plantas, em especial quando associada à calagem em dose máxima. O efeito residual desses produtos sobre a produtividade foi baixo na primeira aplicação, enquanto se destacou na reaplicação, principalmente o calcário. Com o tempo, o uso do gesso concorreu para diminuir a concentração foliar de Mg e, em especial, a de K. Resumo em inglês Field trials with cotton cultivar IAC-20 were conducted during four years on an acid distrophic Dusky Red Latosol from Guaíra, State of São Paulo, Brazil. The experiments and the treatments were randomized complete blocks with split-plots, with 0.6, 1.8 and 3.0 t/ha of limestone in the plots and 0, 2, 4 and 6 t/ha of phosphogypsum in the subplots incorporated in the soil in the first year and reapplied after two years. The results of successive soil analysis indicated t (mais) hat the action of limestone was more evident in the plow layer, whereas gypsum was more effective in the subsoil at a 40-60 cm depth, due to leaching of bases through the soil profile promoted by sulphate ion. The increase of leaf contents of S, Ca and Mg promoted by the phosphogypsum was considered also good as a evidence of enhanced root development in the subsoil of these treatments. The residual effect of both limestone and gypsum was low after the first application, but considerably higher after reapplication, especially for limestone. Along the time, the use of gypsum caused a decrease of Mg and especially K leaf contents.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Efeito do parcelamento da adubação potássica nas características agronômicas e propriedades tecnológicas da fibrado algodoeiro/ Effects of splitting the potassic fertilization on the agronomic characteristics and technological properties of cotton fiber

Sabino, Nelson Paulieri; Silva, Nelson Machado da; Sabino, Jose Carlos; Kondo, Julio Isao
1984-01-01

Resumo em português São apresentados resultados referentes a características agronômicas e propriedades tecnológicas da fibra do algodoeiro, obtidos em dez experimentos de campo, conduzidos no Estado de São Paulo no período compreendido entre os anos agrícolas de 1975/76 e 1980/81, nos quais se estudou o efeito do parcelamento da aplicação de cloreto de potássio nessa cultura. Para isso, o adubo potássico foi aplicado no sulco de semeadura nas doses de 0, 60 e 120kg/ha de K2O, sen (mais) do esta última dose aplicada total ou parcialmente (1/3, 1/2, 2/3) em cobertura, juntamente com o adubo nitrogenado, após o desbaste, procedendo-se a seguir a incorporação do adubo ao solo mediante a operação de "chegar terra" às plantas. Os ensaios foram reunidos em função dos resultados obtidos nos estudos de correlação linear entre a produção relativa e os índices analíticos do solo mais relacionados com a resposta das plantas à adubação potássica. No grupo de alta resposta esperada ao fertilizante, foram observados efeitos significativos da adubação potássica no índice Micronaire, na maturidade das fibras e no peso médio de cem sementes e de capulho. O parcelamento da adubação potássica aumentou significativamente os valores da uniformidade de comprimento das fibras, e, de modo geral, contribuiu para melhorar os valores médios de todas as outras características estudadas. O efeito do potássio foi significativo, ainda, para peso de capulho no grupo de média-baixa resposta esperada à adubação. Os resultados obtidos neste trabalho permitem reforçar a nova recomendação de que a aplicação de doses elevadas de cloreto de potássio na cultura do algodoeiro deve ser parcelada, com cerca de 1/2 a 2/3 da dose cedida no sulco de plantio, e o restante, em cobertura. Resumo em inglês Data on agronomic characteristics and technological properties of cotton fiber obtained during six years in ten field experiments where the effects of parcelling potassium application are discussed. Potassium fertilizer was applied at planting in furrows at the rates of 0, 60 and 120kg/ha of K2O in the form of potassium chloride highest, rate being parcelled by providing 1/3, 1/2, 2/3 as side-dressing, together with nitrogenous fertilizer and lightly incorporated by bring (mais) ing soil to the plants. The experiments were grouped according to the results obtained by linear correlation between relative production and the analytic index of soil the most related to plants responses to potassic fertilization. In the group of high expected response to the fertilizer, significant effects of potassic fertilization were observed on Micronaire, maturity of the fibers and on the average weight of 100 seeds and of bolls. The parcelling of application increased significantly the values of uniformity of length of fibers and, in general, contributed to improve the average values of all the other charactristics studied. The effect of potassium was significant, furthermore, for weight of boll in the group of medium to low expected response to fertilization. The results obtained allow to emphasize the recent recommendation that application of high doses of potassium chloride to cotton should be parcelled, about 1/2 to 2/3 of total K2O being provided at the planting furrow and the remainder by side-dressing, specially when there is deficiency of potassium in the soil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Resposta do algodoeiro à aplicação de calcário e de cloreto de potássio/ Effect of liming and potassium fertilization on cotton

Silva, Nelson Machado da; Carvalho, Luiz Henrique; Hiroce, Rúter; Kondo, Júlio Issao
1984-01-01

Resumo em português Durante cinco anos agrícolas, foi conduzido ensaio permanente de calagem e adubação potássica com o algodoeiro em Latossolo Roxo, ácido, no município de Guaíra (SP) com 2,4% de matéria orgânica (M.O.), 5,1 de índice pH (em água); 0,4, 0,8 e 0,3meq/100cm³ de terra fina seca ao ar (T.F.S.A.) respectivamente de Al3+, Ca2+ e Mg2+, e 38 e 2µg/ml de K e P. Em esquema de parcelas subdivididas, o calcário dolomítico (com poder relativo de neutralização total (mais) , PRNT, de 51,8%) foi incorporado às parcelas nas doses de 0, 2, 4 e 6t/ha, no primeiro ano. O potássio foi aplicado anualmente, nas doses de 0, 50, 100 e 150kg/ha de K2O na forma de cloreto. A adubação básica constou de 100kg/ha de P2O5 e 50-60kg/ha de N, conforme o ano. Na ausência de potássio, o efeito da calagem sobre a produção do algodoeiro foi de natureza quadrática, enquanto na presença de dose adequada do nutriente (100kg/ha de K2O) foi sempre linear. Em contrapartida, a reação das plantas a potássio foi mais acentuada na presença de calcário, confirmando a importância de considerar o equilíbrio de bases no critério de recomendação de adubo potássico para o algodoeiro. Na dose mais adequada, a calagem elevou consideravelmente o nível de (Ca2+ + Mg2+) e o pH da camada arável do solo, sendo observada uma estreita correlação positiva da produtividade com as citadas características. O índice pH manteve-se, após o terceiro ano, na faixa de 5,8-6,0. Devido ao baixo teor original de Al3+ e ao excelente efeito da calagem, teria sido determinada uma subdosagem caso fosse adotado o critério de recomendação de corretivo visando apenas neutralizar o Al livre do solo. Com referência à análise química do limbo foliar, a calagem contribuiu para aumentar as concentrações de Ca e de Mg e para diminuir as de K e Mn. Com a aplicação de cloreto de potássio, observou-se exatamente o inverso. Além disso, aumentou de forma sensível a concentração de Cl. Em função da estreita correlação da produtividade com o Cl das folhas, aventou-se a hipótese de toxicidade do nutriente na dose máxima de cloreto de potássio. Resumo em inglês Am inadequate potassium fertilization for the cotton crop may limit, eventually, the effect of liming in the correction of the acidity of certain soils, due to the unbalance of bases. With the purpose of clearing up this problem, a field experiment with lime and potassium applications was conducted on a Dystrophic Dusky Red Latosol. During five following years, a linear effect of dolomitic limestone (2, 4 and 6t/ha) upon cotton yield was noted, in the presence of adequate (mais) potassium fertilization; without potassium, liming effect was quadratic. At the highest liming, the level of soil pH increased from 5.1 to 5.8-6.0 and soil calcium plus magnesium content from 1.1 to 3.0-3.2meq/100cm³ soil. Cotton yield was highly correlated with pH as well as with soil Ca2+ + Mg2+ content. Ca and Mg concentrations in the leaf blade increased with liming, while those of K and Mm decreased. The effect of potassium fertilization (50, 100 and 150kg/ha of K2O) on cotton yield was quadratic and maximum at the highest liming level. It was observed that leaf Ca and Mg concentrations decreased with fertilization, while leaf K, Mm and Cl concentrations increased. Cotton yield was significantly correlated with leaf Cl concentration. It seems possible that, at high potassium chloride levels, chlorine toxicity may occur in the plants.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Efeito da tenacidade da fibra sobre propriedades tecnológicas do fio de algodão/ Effect of the cotton fiber strength on yarn properties

Sabino, Nelson Paulieri; Kondo, Julio Isao; Gondim-Tomaz, Rose Marry Araújo
1995-01-01

Resumo em português Consideraram-se três variedades de algodão com valores de tenacidade da fibra variando de 20,5 a 22,2 g/Tex: IAC 16, IAC 13-1 e IAC 17, classificadas, respectivamente, como de alta, média e baixa tenacidade. Tais variedades apresentaram características tecnológicas semelhantes quanto a comprimento, uniformidade de comprimento, índice de finura Micronaire e maturidade. As amostras foram processadas em estabelecimentos industriais, da maneira convencional, produzindo, (mais) cada uma, fios de títulos Ne20, Ne30 e Ne40. Para cada título, empregaram-se sete coeficientes de torção, representados pelas constantes 3,4, 3,6, 3,8, 4,0, 4,2, 4,5 e 4,7. Efetuaram-se as análises da variância dos resultados, de acordo com o delineamento fatorial 3 x 3 x 7, representado pelas três variedades, pelos três títulos e pelos sete níveis de coeficientes de torção. Mediante os resultados, conclui-se que fibras de algodão com alta tenacidade produzem fios mais resistentes e elásticos do que aquelas de baixa tenacidade, para qualquer título ou torção. A quantidade de torções requeridas para a obtenção de máxima resistência dos fios de algodão é pouco afetada pela tenacidade da fibra. Os fios de títulos mais altos têm os menores valores de tenacidade e elongação. A variedade IAC 16 apresentou fios com os maiores valores de tenacidade, seguida da 'IAC 13-1' e da 'IAC 17', e fios mais elásticos, acompanhada da 'IAC 17' e da 'IAC 13-1'. Resumo em inglês Three cottons with fiber strength of 20.5, 20.9 and 22.2 g/Tex and having other important fiber properties approximately equal were selected. The cottons were processed on conventional processing equipment into 20/1, 30/1 and 40/1 yarn counts, using a range of twist multipliers of 3.4, 3.6, 3.8, 4.0, 4.2, 4.5 and 4.7. Yarn strength and elongation determinations were made on a pendulum-type tester of 150-300 lbs capacity. It was found that: 1 - High strength cotton produce (mais) d stronger yarns than low strength for any given yarn count or twist; 2 - The amount of twist required to obtain maximum strength was not affected significantly by fiber strength; 3 - High fiber strength produced yarns with better elongation and 4 - The IAC 16 cotton variety yielded yarns of highest tenacity and elongation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Densidade de plantio associada ao uso de regulador de crescimento na cultura do algodoeiro/ Effects of planting density and growth regulator on cotton crop

Cia, Edivaldo; Alleoni, Luis Reynaldo Ferracciu; Ferraz, Carlos Antonio Menezes; Fuzatto, Milton Geraldo; Kondo, Julio Isao; Carvalho, Luiz Henrique; Chiavegato, Ederaldo José; Sabino, Nelson Paulieri
1996-01-01

Resumo em português Estudaram-se três densidades de plantio (4, 8 e 16 plantas por metro) em algodoeiro, utilizando-se a variedade IAC 18, com espaçamento de 1,0 m entre as linhas, com e sem aplicação do regulador de crescimento cloreto de clorocolina (CCC), na dose de 50g ingrediente ativo por hectare, aos 60-70 dias após a emergência das plantas, durante quatro anos agrícolas (1976/77 a 79/80), nas seguintes localidades paulistas: Leme, Sumaré e Araras. Nos locais onde o algodoeiro (mais) apresentou porte elevado (>140cm), a produção foi menor na maior densidade de plantio (16 plantas por metro) e o regulador promoveu aumento significativo de produção. Quando o algodoeiro foi menor do que 140cm, a produção foi menos afetada, embora significativamente, pela densidade de plantio, e não houve efeito do CCC. O regulador ocasionou diminuição na altura de plantas; aumento no número de capulhos localizados abaixo de 35cm; diminuição no número de carimãs (capulhos "mal-abertos") e aumento na precocidade da colheita. Além disso, originou, na média das três densidades, aumento no peso de cem sementes e de um capulho, e no comprimento, maturidade e tenacidade da fibra. Originou, também, diminuição na porcentagem de fibra, não afetando o índice Micronaire e a uniformidade de comprimento da fibra. Resumo em inglês The effects of population density (4, 8 and 16 plants/meter) and the use of chemical growth limitant chlorocholine chloride (CCC) were studied during four years (from 1976/77 to 1979/80), in three localities of São Paulo State, Brazil. The variety was IAC 18 and the inter-row spacing was 1.0 m. The CCC used was 50 g a.i./ha, applied from 60 to 70 days after the emergence of the plants. In the trials where plant height was higher than 140 cm, the yield was lower in the hi (mais) ghest population density than in the others, and the growth limitant had positive effect in that treatment, promoting increase in the yield. When plants were shorter than 140 cm, no effects were observed in the yield to growth limitant. The CCC increased earliness of yield, number of bolls located in the plants below 35 cm, weight of 100 seeds, weight of one boll, fiber length, maturity and tenacity. It also decreased number of bolls with abnormal opening and fiber percentage, and had no effect in Micronaire index and uniformity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Qualidade do fio "open-end" obtido com matérias-primas produzidas por variedades paulistas de algodoeiro e suas misturas com poliéster/ Open-end spun yarn quality obtained with raw materials produced by São Paulo cotton varieties and by blending them with polyester

Kondo, Julio Isao; Sabino, Nelson Paulieri; Fuzatto, Milton Geraldo; Campanatti, Gilberto
1984-01-01

Resumo em português No presente trabalho, foi avaliada a pontencialidade de duas variedades paulistas de algodoeiro, atualmente em distribuição para plantio no Estado, e o efeito da mistura da sua matéria-prima com fibras sintéticas, representadas pelo poliéster, com respeito às principais características do fio obtido através do novo processo conhecido como "open-end". O algodão utilizado no estudo, proveniente das variedades IAC 17 e IAC 18, foi colhido nas Estações Experimentai (mais) s do Instituto Agronômico, localizadas em Tietê e Tatuí respectivamente, no ano agrícola de 1978/79. A variedade IAC 18 proporcionou a obtenção de fios "open-end" de melhor qualidade, quando comparada a IAC 17, embora as diferenças nas características do fio produzido não tenham sido tão marcantes quanto aquelas encontradas nas propriedades físicas da fibra. A mistura de poliéster ao algodão serviu para melhorar as características dos fios produzidos, principalmente com relação a tenacidade. As indústrias de fiação que utilizam esse processo poderão ter uma previsão de qualidade dos fios a serem produzidos com algodões das variedades estudadas, ou com suas misturas com poliéster, através das equações de regressão apresentadas. Resumo em inglês In the present paper it was appraised the potential of two São Paulo cotton varieties (distributed for planting in the State of São Paulo, Brazil) and the effect of its raw material blended with sintetic fiber represented by polyester, concerning to the main characteristics of yarn obtained by the new process known Open-End Spinning. The cotton utilized in thus study, came from IAC 17 and IAC 18 varieties, which were harvested at the Experimental Stations of Instituto A (mais) gronômico, situated in Tiete and Tatuí, respectively during the 1978/79 growing season. With the IAC 18 variety was obtained Open-End yarn of the best quality when compared with IAC 17 variety. The differences on yarn characteristics were not so marking as those founded in physics properties of fiber. The blend of polyester to cotton utilized, improved the characteristics of the yarn, mainly in relation to tenacity. The spinning industries that utilize this process, can forecast the quality of yarns to be produced by using the cotton studied, or blends with polyester, through the regression equations presented.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Dez anos de sucessivas adubações com boro no algodoeiro/ Ten years of cotton fertilization with boron

Silva, Nelson Machado da; Carvalho, Luiz Henrique; Kondo, Júlio Isao; Bataglia, Ondino Cleante; Abreu, Cleide Aparecida de
1995-01-01

Resumo em português Instalou-se um ensaio de adubação boratada do algodoeiro, de longa duração, pela primeira vez, em 1983, em Guaíra (SP), visando avaliar os efeitos de sucessivas aplicações de boro. Aplicaram-se doses anuais de 0; 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2 kg/ha de B, como bórax, na mistura de adubos de semeadura, em esquema estatístico de quadrado latino. Utilizou-se uma gleba de latossolo roxo, distrófico, argiloso, anteriormente cultivado, corrigido no aspecto de acidez e aduba (mais) do com NPK. As parcelas foram calcariadas no quarto, sexto e nono ano de estudo, enquanto, no sétimo ano, cultivou-se guandu, em rotação. O efeito de boro sobre a produção de algodão aumentou com o passar dos anos e com a realização das calagens; na fase inicial, obteve-se a maior produção, com a dose de 0,4 kg/ha de B e, nas etapas posteriores, com a de 0,8 kg/ha. A concentração de boro no limbo foliar mostrou-se muito sensível à aplicação do micronutriente, destacando-se as diferenças com as adubações sucessivas e após as aplicações de calcário. As doses de 1,6 e 3,2 kg/ha de B proporcionaram decréscimo de produtividade das plantas em relação à produção máxima mesmo nos primeiros anos. Após as calagens, os níveis de boro no limbo foliar, associados a essas doses, mostraram-se superiores a 50 mg/kg de B. Análise química, efetuada durante o nono ano de estudo, indicou acúmulo de boro na superfície do solo e uma lixiviação do micronutriente para camadas até 60 cm de profundidade, proporcionais às doses usadas. Resumo em inglês A long term trial of boron fertilization was conducted with cotton in a latin square design, firstly installed in 1983 on a low fertility Dusky Red Latosol, limed and frequently fertilized without boron. Rates of 0, 0.2, 0.4, 0.8, 1.6 and 3.2 kg/ha of B as borax (11% of B), were applied annually at planting time. The cotton variety used was the IAC-20. The plots were limed in the fourth, sixth and nineth years. In the seventh year Canajus indicus was cultivated, in crop r (mais) otation, to control the increasing incidence of nemathodes. After the eighth year, there was intense attack of Anthonomus grandis Boheman. Thus, cotton yield diminished from the first period, of three years, to the last, while the effect of boron accumulation increased in this sense. In the first period, there was an enchance of yield at rate of 0.4 kg/ha of B, but after lime reaction the best responses were obtained with 0.8 kg/ha of B. The plants were more sensitives to fertilization in terms of boron concentration in the leaf blade, specially after liming. Rates of 1.6 and 3.2 kg/ha of B were injurious starting from the beginning of the study. After liming, yield decreases were related with B concentration higher than 50 mg/kg in leaf blades. Results of soil analysis in the nineth year, indicated a great residual effect of boron accumulation in the 0-20 cm soil layer, as well as leaching of the micronutrient at least down to 40-60 cm deep, in proportion to the rates applied.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Fitorreguladores de crescimento e capação na cultura algodoeira/ Effects of growth phytoregulators and pruning on the cotton crop

Carvalho, Luiz Henrique; Chiavegato, Ederaldo José; Cia, Edivaldo; Kondo, Júlio Isao; Sabino, José Carlos; Pettinelli Júnior, Armando; Bortoletto, Nelson; Gallo, Paulo Boller
1994-01-01

Resumo em português Estudaram-se, em dez experimentos de campo, os efeitos dos seguintes fitorreguladores de crescimento e da capação na cultura algodoeira: cloreto de clorocolina, aplicado na dose de 50 g/ha; cloreto de chlormequat, 100 g/ha e cloreto de mepiquat, 100 g/ha. A capação foi realizada manualmente, planta por planta, na mesma época da aplicação dos fitorreguladores, aos 60-70 dias da emergência das plantas. O delineamento estatístico foi de blocos ao acaso, com cinco tr (mais) atamentos e seis repetições e, a variedade utilizada, a IAC 19. Para a avaliação dos resultados de produção e altura de plantas, efetuaram-se dois agrupamentos de ensaios, sendo um com maior e outro com menor desenvolvimento, ou seja: plantas em parcelas testemunhas com altura superior e inferior a 100 cm respectivamente. As demais características agronômicas e tecnológicas da fibra foram analisadas em um só grupo. Para o grupo de plantas com maior desenvolvimento, foi obtido, em média, um aumento de 16,3 e 8,4%, respectivamente, para o tratamento com capação e aplicação de fitorreguladores. O fitorregulador proporcionou, em média, redução de 12,1% na altura das plantas e a capação, em média, 20,8%. Os fitorreguladores, indistintamente, proporcionaram aumento de peso do tapulho e das sementes, enquanto, com a prática da capação, não se verificou esse efeito. A aplicação de cloreto de clorocolina resultou em menor porcentagem de fibra do que o cloreto de mepiquat. Resumo em inglês The effects of growth phytoregulators and pruning on the cotton crop were studied in ten field experiments. The phytoregulators used were: chlorocholine chloride, applied on dose of 50 g/ha; chlormequat chloride 100 g/ha, and mepiquat chloride, applied on dose of 100 g/ha. The pruning was done handly and individually by plant, at the same period of the application of the phytoregulators by 60-70 days after the plant emergence. The statistical delineament used was the rand (mais) omized complete block design, with five treatments and six replications. The variety used was the IAC 19. Two groups of tests were done for the evaluation of yield and plant height results, one with a bigger development and another one with a smaller development, that is: plants of check plots with a height above and below 100 cm, respectively. The others agronomic and technological fiber characteristics were analyzed in an only group. For plants with the biggest development there was, on average, an increase in height of 16.3 and 8.4%, respectively, for the pruning treatment and for application of the phytoregulators. The application of the phytoregulator provided, on average, a reduction of 12.1% in the height of plants. In the other hand on average the practice of the pruning reduced in 20.8% the height of the plants, on average. The use of phytoregulators indistinctly, provided boll and seed weight increases, while with the practice of pruning, this effect was not significant. The application of chlormequat resulted in a lower percentage of fiber than the mepiquat chloride.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Modo e época de aplicação de fosfatos na produção e outras características do algodoeiro/ Time and mode of phosphate applications on yield and other characteristics of cotton, in a long term experiment

Silva, Nelson Machado da; Carvalho, Luiz Henrique; Sabino, José Carlos; Lellis, Lupêrcio Geraldo Lourenço; Sabino, Nelson Paulieri; Kondo, Júlio Isao
1990-01-01

Resumo em português Em ensaio conduzido durante nove anos com o algodoeiro sobre latossolo roxo, pobre em fósforo, em Guaíra, SP, confrontou-se o modo tradicional de adubar com aplicações a lanço de produtos fosfatados. Adubações anuais de 121 kg/ha de P2O5, no sulco de semeação, por ocasião do plantio, durante seis anos sucessivos, foram comparadas à fosfatagem única (728kg/ha de P2O5) a lanço e incorporada no primeiro ano, e à fosfatagem parcelada (364kg/ha/vez de P2O5) reali (mais) zada no primeiro e no quarto ano, utilizando-se superiosfato triplo, além de uma fosfatagem parcelada com o termofosfato Yoorin. Todos os tratamentos foram comparados a uma testemunha, com adubação NK, básica e sem P. Durante os seis anos de aplicação de adubo fosfatado, o algodoeiro, variedade IAC 18, reagiu mais à aplicação localizada do fósforo, em termos de produtividade, exceção feita ao primeiro ano, quando era muito baixa a disponibilidade do nutriente no solo. Já altas doses de fosfato a lanço provocaram deficiência de potássio nas plantas, com os prejuízos se estendendo a certas características da fibra, como Micronaire e maturidade. Em face do bom desempenho da fosfatagem moderada nos anos de aplicação, sugere-se que uma associação entre os modos de emprego a lanço e localizado seja avaliada nos próximos estudos. Outras características, como peso de capulho e de semente, além do comprimento da fibra, aumentaram significativamente com o uso de P. O efeito residual do superfosfato acumulado durante seis anos, no sulco de plantio, estudado nos três subseqüentes anos, com o cultivo da variedade IAC 20, só se destacou nos resultados de produção. Resumo em inglês The traditional mode of phosphate application to cotton was compared with broadcasting application in a long term trial conducted on a DusKy Red Latosol, with a low level of phosphorus. Triple superphosphate was applied annualy (121 kg/ha of P2O5)in furrows at sowing, during six years, or broadcasted and incorporated, through one application (728kg/ha of P2O5) in the first year, or two applications in the first and fourth years (364kg/ha, at each time). A thermal phosphat (mais) e (18% P2O5) was also tested in two broadcasting applications. All treatments were compared to a control, with constant doses of N and K, but without P. During the six years of phosphate fertilization, higher yields of IAC 18 cotton variety were obtained, with annual application at sowing time, except for the first year due to the low initial disponibility of P. High quantities of broadcasted phosphate led to visual potassium deficiency symptoms, with losses in yield, Micronaire index and maturity of fibers. Therefore, due to the good yield performance obtained with a moderate dose of phosphate, in the years of application, it was suggested that a combination between broadcast and localized application should be studied, in future experiments. Other characteristics of cotton such as boll and seed weight plus fiber length, also increased significantly with P fertilization. The residual effect of the traditional mode of phosphate application, studied during the last three years, with IAC 20 cotton variety, showed significant results only for yield.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Estudo regional da adubaçáo boratada do algodoeiro no Estado de São Paulo/ Regional tests of boron fertilization on cotton

Silva, Nelson Machado da; Carvalho, Luiz Henrique; Chiavegato, Ederaldo José; Kondo; Bataglia, Ondino Cleante; Hiroce, Ruter; Bortoletto, Nelson; Sabino, José Carlos
1991-01-01

Resumo em português Quinze experimentos de adubação boratada foram realizados em condições de campo com o algodoeiro, em diferentes regiões produtoras paulistas, no período de 1979-86.O micronutriente foi aplicado na adubação do plantio, nas doses de 0,0; 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2kg/ha de B, como bórax, em esquema estatístico de quadrado latino. Utilizaram-se sementes dos cultivares IAC 17, nos quatro primeiros anos, e IAC 20, nos demais. Na maioria dos experimentos, houve resposta (mais) favorável à adubação, em termos de produção, embora se tenham obtido em apenas três deles (20% dos casos) diferenças estatisticamente significativas. Quanto à concentração de boro no limbo (quinta folha), ocorreu aumento significativo em seis dos onze ensaios amostrados (55%). Reunindo os experimentos em função do histórico das glebas estudadas e da ocorrência de sintomas de deficiência ou de toxicidade de boro, discriminou-se muito bem o efeito geral da adubação. As mais altas produtividades foram alcançadas nos solos tradicionalmente cultivados e adubados e com a acidez corrigida. No entanto, a ação do micronutriente foi maior nos solos corrigidos e adubados com NPK, diminuindo para as glebas em fase de correção ou que já haviam recebido adubação boratada, sendo praticamente nula nos solos pouco cultivados, de pastagens. Observou-se uma relação significativa entre a produção e a concentração de B no solo, extraído pela solução de Mehlich ou, em especial, pela água quente, assim como entre a produção e a concentração de boro no limbo foliar. Como primeira aproximação, sugerem-se as faixas de 0,20 a 0,40ppm de B no solo (água quente), e de 25 a 40ppm de B no limbo da quinta folha, como indicadoras da necessidade de uso do boro na adubação do algodoeiro. Resumo em inglês After the confirmation of problems on cotton concerning boron nutrition in the State of São Paulo, Brazil, at the decade of 1970, experimental field tests were carried out and demonstrated the necessity of boron fertilization on deficient soils. With the purpose of evaluating the use of boron under different conditions, it was conducted a regional study through the São Paulo State cotton belt, during the period of 1979 to 1986. Rates of 0, 0.2, 0.4, 0.8, 1.6 and 3.2kg/h (mais) a of B as borax (11 % of B), were applied at planting time, in latin square design experiments. The variety IAC 17 was used during the four years, followed by the IAC 20. Boron fertilization consistently increased cotton yield, although statistically significant differences were obtained only in 20% of the events; the plants reacted better in terms of boron concentration in the leaf blade. Grouping the experiments by previous informations about use of liming and mineral manure, associated to the occurrence of boron deficiency or toxicity symptons, provided a good discrimination of B fertilization. The effect of boron was greater in tradicionally limed and fertilized (NPK) soils; it decreased on soils with acidity in phase of correction or corrected but previously fertilized with boron, and was negligible in crops after old pastures. There was a significant correlation relating cotton yield and soil boron determined with Mehlich solution (HCl 0.05M + H2SO4 0.0125M) or, specially, with hot water. Significant results were also observed in relation to yield and fifth leaf blade boron concentration. As a preliminary approach, analitycal values over ranges of 0.20-0.40 ppm and 25-40 ppm for soil boron extracted with hot water and for leaf blade boron concentration, respectively, were considered as indicative of the need for boron supplying in cotton fertilization.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Efeito da adição de clonidina subaracnóidea à bupivacaína hiperbárica e sufentanil para analgesia de parto/ The effect of adding subarachnoid clonidine to hyperbaric bupivacaine and sufentanil during labor analgesia/ Efecto de la adición de clonidina subaracnoidea en la bupivacaína hiperbara y sufentanil en la analgesia del parto

Cardoso, Mônica Maria Siaulys Capel; Papa, Fabio V.; Vieira, Roberta F.; Kondo, Mário M.; Torres, Marcelo Luis Abramides
2006-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A adição de clonidina subaracnóidea (um alfa-agonista), prolonga a ação analgésica da combinação do sufentanil e da bupivacaína isobárica em analgesia combinada para o trabalho de parto. O objetivo desse estudo foi comparar a qualidade e a duração de analgesia e a incidência de efeitos colaterais após a adição de clonidina subaracnóidea à bupivacaína hiperbárica e sufentanil em anestesia combinada raqui-peridural para o traba (mais) lho de parto. MÉTODO: Foram estudadas 26 gestantes de termo, estado físico ASA I, em trabalho de parto, que receberam aleatoriamente no espaço subaracnóideo: clonidina, sufentanil e bupivacaína (n = 13), denominado Grupo Clon/Sufenta/Bupi, 2,5 mg de bupivacaína hiperbárica a 0,5% associada a 2,5 µg de sufentanil e 30 µg de clonidina; sufentanil e bupivacaína (n = 13), denominado Grupo Sufenta/Bupi, 2,5 mg de bupivacaína hiperbárica a 0,5% associada a 2,5 µg de sufentanil. O estudo foi duplamente encoberto. A dor e os efeitos colaterais (náusea, vômito, prurido, hipotensão arterial e sedação) foram avaliados a cada cinco minutos nos primeiros 15 minutos e, a seguir, a cada 15 minutos até o nascimento. A dor foi avaliada com a escala analógica visual de 0-10 cm (VAS = 0, ausência de dor e 10, dor insuportável), e o estudo foi encerrado no momento em que foi necessária complementação analgésica peridural (dor > 3 cm) ou ao nascimento. A análise estatística foi realizada com os testes t de Student e Exato de Fisher, considerando como significativo p Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La adición de clonidina subaracnoidea (un alfa -agonista), prolonga la acción analgésica de la combinación del sufentanil y de la bupivacaína isobárica en analgesia combinada para el trabajo de parto. El objetivo de este estudio fue comparar la calidad y la duración de la analgesia y la incidencia de los efectos colaterales después de la adición de clonidina subaracnoidea en la bupivacaína hiperbara y sufentanil en anestesia combinada (mais) raqui-peridural durante el trabajo de parto. MÉTODO: Fueron estudiadas 26 gestantes a término, estado físico ASA I, en trabajo de parto que recibieron, al acaso en el espacio subaracnoideo: clonidina, sufentanil y bupivacaína (n = 13), denominado Grupo Clon/Sufenta/Bupi, 2,5 mg de bupivacaína hiperbara al 0,5% asociada a 2,5 µg de sufentanil y 30 µg de clonidina; sufentanil y bupivacaína (n = 13), denominado Grupo Sufenta/Bupi, 2,5 mg de bupivacaína hiperbara al 0,5% asociada a 2,5 µg de sufentanil. El estudio fue doble ciego. El dolor y los efectos colaterales (náuseas, vómito, prurito, hipotensión arterial y sedación) fueron evaluados cada cinco minutos en los primeros 15 minutos y, a seguir, cada 15 minutos, hasta el nacimiento. El dolor fue evaluado con la escala analógica visual de 0-10 cm (VAS = 0, ausencia de dolor y 10, dolor insoportable) y el estudio fue encerrado en el momento en que se hizo necesaria la complementación analgésica peridural (dolor > 3 cm) o al alumbramiento. El análisis estadístico fue realizado con los testes t de Student y Exacto de Fisher, considerando como significativo p Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Adding subarachnoid clonidine (an alpha -agonist) prolongs the analgesic effect of the combination of sufentanil and isobaric bupivacaine when combined during labor analgesia. The aim of this study was to compare the quality and duration of the analgesia as well as the incidence of side-effects after the addition of subarachnoid clonidine to hyperbaric bupivacaine and sufentanil in a combined spinal-epidural analgesia during labor. METHODS: Twen (mais) ty-six patients, physical status ASA I in full-term pregnancy were studied. They randomly received the following in the subarachnoid space: clonidine, sufentanil and bupivacaine (n = 13) - referred to as the Clon/Sufenta/Bupi Group - wherein 2.5 mg of 0.5% hyperbaric bupivacaine was added to 2.5 µg of sufentanil and 30 µg of clonidine; sufentanil and bupivacaine (n = 13) - referred to as the Sufenta/Bupi Group - wherein 2.5 mg of 0.5% hyperbaric bupivacaine was added to 2.5 µg of sufentanil. This was a double-blind study. Evaluations of pain and side effects (nausea, vomiting, itching, low blood pressure and sedation) were conducted every five minutes for the first 15 minutes and after that, every 15 minutes up until the birth of the baby. Pain was evaluated using a visual analogic scale ranging from 0-10 cm (VAS 0 = absence of pain and 10 = unbearable pain). The study was over whenever complementary epidural anasthesia was found necessary (pain > 3 cm) or at the moment of birth. A Student t-test statistical analysis was performed and the results were significant (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Uso de sulfato de amônio e de uréia na adubação do algodoeiro/ Use of ammonium sulfate and urea in cotton fertilization

Silva, Nelson Machado Da; Carvalho, Luiz Henrique; Cantarella, Heitor; Bataglia, Ondino Cleante; Kondo, Julio Isao; Sabino, José Carlos; Bortoletto, Nelson
1993-01-01

Resumo em português Em dezesseis experimentos de campo desenvolvidos com o cultivar IAC 20 em diferentes regiões paulistas, de 1984 a 1987, estudou-se a competição de adubos nitrogenados na cultura algodoeira. Sulfato de amônio e uréia foram aplicados em cobertura incorporada nas doses de 0, 25, 50, 75 e 100 kg/ha de N, em esquema fatorial, com quatro repetições distribuídas em blocos ao acaso. Em dois anos agrícolas, testou-se a não-incorporação da cobertura, na dose de 75 kg/ha (mais) de N, com o auxílio de tratamentos extras. Nos solos em pousio, ou seja, que estiveram anteriormente cobertos com pastagens antigas ou com leguminosa, ocorreram altas produtividades associadas às baixas respostas das plantas ao N mineral aplicado. O aumento da produtividade, de certa forma, relacionou-se com o N-inorgânico e com o P-resina da análise do solo. Esse último índice mostrou-se útil na discriminação dos ensaios sobre solos cultivados. Estudo econômico efetuado por grupo de resposta esperada indicou valores de doses mais econômicas entre 17 e 88 kg/ha de N, crescentes em função da intensidade de cultivo das glebas. Não houve diferença significativa entre o uso de sulfato de amônio ou de uréia, tampouco entre modo de aplicação do produto, se incorporado ao solo ou não, em termos de produção e de concentração foliar de N. A concentração de S no limbo foliar, no entanto, diminuiu significativamente com o uso de uréia. É proposto valor em torno de 3,8% de N - na análise do limbo das quintas folhas colhidas da haste principal, aos 80-90 dias de idade do algo-doeiro - como indicativo da probabilidade de resposta à adubação nitrogenada. Resumo em inglês In order to compare the effect of ammonium sulfate and urea, when sidedressed and incorporated just after thinning, on cotton cv IAC 20, sixteen field experiments were conducted in different soils of the State of Silo Paulo, Brazil. The experiments were carried out during the growing seasons of 1984/85 to 1986/87. Rates of 0, 25, 50, 75, and 100 kg/ha of N were used in a factorial design (2 x 5), with four replications in randomized blocks. Two extra treatments were added (mais) in some experiments, in which the N sources were sidedressed without incorporation at the rate of 75 kg/ha of N. The highest yields and the smallest responses of cotton to N application occurred in soils previously covered with old pastures or grown with legumes in rotation. The most profitable rate of nitrogen fertilization, calculated for groups of experiments based on expected yields, varied from 17 to 88 kg/ha of N, the highest rates for soils more intensively cultivated. Yield responses to N could be reasonably predicted in soils grouped according to P extracted by ion exchange resin and, in some way, with the inorganic-N content of the 0-60cm soil layer. Soils with high available P, long under cultivation, showed high responses to N application than soils with median P levels. Nitrogen sources or methods of fertilizer application did not affect cotton yield and total N content of leaves; however, total S concentration in leaves decreased linearly with the increase of urea application. Total N around 3.8% is suggested as the critical limit for N in cotton, determined in blades of the most recently matured leaf, collected from the main stem, 80 to 90 days after planting.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Impacto do uso de cereal adicionado de ferro sobre os níveis de hemoglobina e a antropometria de pré-escolares/ Effect of the use of iron-enriched cereal on the serum hemoglobin levels and anthropometric values of preschool children

Vítolo, Márcia Regina; Aguirre, Andrea Nogueira de Campos; Kondo, Márcia Regina; Giuliano, Yara; Ferreira, Neil; Lopez, Fábio Ancona
1998-12-01

Resumo em português A anemia na infância tem sido considerada um dos grandes desafios nutricionais nos países em desenvolvimento, seguida da desnutrição energética. Têm-se discutido muito a eficácia dos alimentos enriquecidos no combate a esse problema. O objetivo desse trabalho foi avaliar a aceitação diária de cereal adicionado de ferro e o seu impacto nos parâmetros antropométricos e nos níveis de hemoglobina de crianças de 1 a 4 anos de idade. Foram estudadas 54 crianças d (mais) e uma creche municipal, de duas salas, sendo o grupo I constituído de 24 crianças com média de idade 2 anos e 2 meses e o grupo II constituído de 30 crianças de 3 anos e 6 meses. Essas crianças foram avaliadas, no início e no final da intervenção, quanto à ingestão alimentar, peso, estatura e níveis de hemoglobina sérica. Durante o período de dois meses, o café da manhã e o lanche da tarde, que eram constituídos de leite e pão, foram substituídos pelo cereal adicionado de ferro na forma de mingau, o que proporcionou aumento de 2 a 3mg de ferro por dia. Os resultados mostraram que houve aumento significante na adequação do índice P/E das crianças com desnutrição atual. Quanto aos níveis de hemoglobina sérica, o grupo I, cujo valor médio inicial foi de 9,9 ± 2,0g/dl, apresentou valor médio significantemente mais alto ao final do estudo, 11,4 ± 1,0g/dl (p Resumo em inglês Anemia and energetic malnutrition are considered to be the major nutritional challenges in developing countries. The efficacy of the various programs implemented to solve these problems has been assessed by studies with enriched food products. The objective of the present study was to evaluate the daily acceptance of an iron-enriched cereal, as well as its effect on the anthropometric parameters and hemoglobin levels of children aged 1 to 4 years old. Fifty-four children (mais) enrolled at a public day care unit participated in the study. They were divided into two groups: Group I with 24 children (median age: 2 years and 2 months) and Group II with 30 children (median age: 3 years and 6 months). Their food intake, weight, height and serum hemoglobin levels were measured at the beginning and at the end of the study. During a period of two months, milk and bread, which made up the children's breakfast and afternoon snack, were substituted by the enriched cereal in the form of porridge, which increased the iron intake in 2 to 3mg per day. The results showed that there was a significant increase in the weight for height rate of both groups, with improvement of nutritional condition in those children with acute malnutrition. With regard to serum hemoglobin levels, Group I showed an initial average level of 9.9 ± 2.0g/dl. The average level at the final evaluation, 11.4 ± 1.0g/dl, was significantly higher (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Eficiência da colheita mecânica em variedades paulistas de algodeiro/ Efficiency of mechanical harvesting in São Paulo cotton varieties

Carvalho, Luiz Henrique; Cia, Edivaldo; Fuzatto, Milton Geraldo; Sabino, Nelson Paulieri; Kondo, Julio Issao
1984-01-01

Resumo em português O comportamento das variedades paulistas de algodoeiro 'IAC 17' e 'IAC 18', em face da colheita mecânica, e a possibilidade de melhorá-lo mediante o uso do regulador de crescimento Cycocel, foram estudados em ensaio conduzido em 1978/79 e 1979/80 no município de Leme (SP). Na média dos dois anos, utilizando-se uma colhedeira John Deere 9900, foi colhido cerca de 89% do algodão produzido, o que representa eficiência comparável à obtida em países que adotam predomi (mais) nantemente essa prática. Em condições normais, as perdas foram 7%, porém, em ano adverso, com chuvas freqüentes na época da colheita e longa permanência do algodão aberto no campo, atingiram 16%. A colheita mecânica proporcionou tipos inferiores de algodão em caroço, situando-se entre 1 e 2 pontos, na escala de classificação comercial, a diferença em relação à colheita manual. As perdas foram maiores, cerca de 2%, para a variedade 'IAC 17', tendo a diferença se manifestado tanto em relação ao algodão caído ao solo, quanto ao que persistiu nas plantas, após a colheita. O prejuízo no tipo foi semelhante para as duas variedades, no ano normal, mas consideravelmente maior para a 'IAC 17', no ano desfavorável. O Cycocel, aplicado na base de 50g de princípio ativo por hectare, aumentou a porcentagem de algodão colhido pela máquina, porém, apenas no ano em que as condições climáticas foram adversas. Todavia, mesmo nesse ano, o produto não contribuiu para melhorar o tipo do algodão colhido mecanicamente. Excetuando tendência para queda na resistência, assim mesmo de forma inconsistente, as demais características tecnológicas da fibra não foram afetadas pela colheita mecânica. Resumo em inglês Adequacy of the cultivated cotton varieties 'IAC 17' and 'IAC 18' for mechanical harvesting and the possibility to improve their performance by using the plant growth regulator Cycocel, were studied at Leme, State of São Paulo, Brazil, in the 1978/79 and 1979/80 crop seasons. In the average of the two years, about 89% of the produced cotton was harvested, at one time by a John Deere 9900 two-row picker type machine. Field losses ranged from 7% (in the normal year of 1978 (mais) /79) to 16% (in 1979/80), when unfavorable climatic conditions prevailed. Grade of seedcotton was 1 to 2 points lower in machine than in hand harvested product. Field losses were about 2% greater for 'IAC 17', the differences between varieties being due to cotton fallen on the ground as well as to that left in the plants. Damage in grade was about the same for both varieties in the normal year, but considerably higher for 'IAC 17' under adverse conditions. Application of 50g/ha of Cycocel increased percentage of cotton harvested mechanically, but this occurred only under adverse climatic conditions. Otherwise, even in the unfavorable year, no beneficial effect on cotton grade could be attributed to this product. Except for an inconsistent tendency for lower fiber strength (Pressley 1/8 inch gauge), fiber properties were not affected by mechanical harvesting.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Curva de aprendizado na fundoplicatura laparoscópica durante a residência médica em cirurgia geral/ Learning curve in the laparoscopic fundoplication during the general surgery residency program

Kondo, William; Garcia, Mariana Jorge; Ivano, Flávio Hueta; von Bahten, Luis Carlos; Miyake, Rogério Takeshi; Smaniotto, Benjamin
2006-04-01

Resumo em português OBJETIVO: A fundoplicatura laparoscópica a 360º é o tratamento de escolha para pacientes com doença do refluxo gastroesofágico que não respondem bem ao tratamento clínico. Este artigo demonstra a curva de aprendizado durante a Residência Médica em Cirurgia Geral. MÉTODO: Foi realizada uma análise retrospectiva de 60 pacientes submetidos à fundoplicatura laparoscópica durante o período de março a outubro de 2005. Os pacientes foram divididos em dois grupos: (mais) 30 casos iniciais que foram comparados aos 30 casos subseqüentes. As variáveis analisadas incluíram: tempo operatório, taxa de conversão, complicações e tempo de hospitalização. RESULTADOS: A fundoplicatura laparoscópica foi realizada em 18 homens e 42 mulheres, com idade média de 48,3 anos. Comparando os dois grupos, houve diferença estatisticamente significativa no tempo operatório total (92,7 vs. 76,7 minutos, p=0,003), no tempo operatório para a operação de Nissen-Rossetti (86,7 vs. 68,4 minutos, p=0,00006) e no tempo para a liberação dos vasos gástricos curtos (22 vs. 13,1 minutos, p=0,00005). As complicações intra-operatórias foram maiores no primeiro grupo de pacientes, mas a diferença não foi estatisticamente significativa (p=0,2). Todos os procedimentos foram concluídos com sucesso por vídeo-laparoscopia em ambos os grupos, e a mortalidade foi nula nesta série. A alta hospitalar ocorreu em média no primeiro dia de pós-operatório em ambos os grupos (p=0,06). CONCLUSÃO: A fundoplicatura laparoscópica pode ser realizada com segurança por um cirurgião em formação, sob supervisão direta de um titular, com mínima morbidade para os pacientes. A curva de aprendizado foi demonstrada, avaliando-se principalmente, o tempo operatório do procedimento. Resumo em inglês BACKGROUND: The laparoscopic treatment for gastroesophageal reflux disease by total fundoplication is the current surgical treatment of choice after failure of appropriate medical treatment. This article shows the learning curve in the Surgical Residency Program. METHODS: We analysed 60 charts of patients submitted to laparoscopic fundoplication between March and October 2005. Patients were separated in 2 groups, and the first 30 cases were compared to the following 30 ca (mais) ses. We collected the following data: operative time, conversion rate, complications ant length of hospitalization. RESULTS: Laparoscopic fundoplication was performed in 18 men and 42 women, with mean age of 48.3 years. Comparing both groups, there was a significant difference in the total operative time (92.7 vs 76.7 minutes, p=0,003), in the Nissen-Rossetti procedure duration (86.7 vs. 68.4 minutes, p=0,00006) and in the ligation of short gastric vessels time (22 vs. 13.1 minutes, p=0,00005). The number of intraoperative complications was bigger in the first group, but the difference was not statistically significant (p=0,2). No conversion was observed in our series. There was no death. Patients were discharged from the hospital in average at the first postoperative day in both groups (p=0,06). CONCLUSION: Laparoscopic fundoplication can be safely performed by residents in their Residency Program with low morbidity rate. We could demonstrate that the effect of the learning curve was more representative related to the operation time.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Classes padrões de maturidade da fibra do algodoeiro na determinação pelo método do Fibrógrafo/ Standard classes for assessing cotton fiber maturity determined by the Fibrograph method

Fuzatto, Milton Geraldo; Gridi-Papp, Imre Lajos; Sabino, Nelson Paulieri; Kondo, Júlio Isao; Chiavegato, Ederaldo José
1985-01-01

Resumo em português A partir de evidências de que padrões internacionais de avaliação da maturidade da fibra do algodoeiro, referentes à determinação pelo processo da soda cáustica a 18%, não se mostravam adequados para avaliar essa característica, quando a determinação é feita pelo método do Fibrógrafo, realizou-se um estudo visando definir uma escala de classificação específica para este método. Uma curva de distribuição normal foi ajustada aos dados das 59 amostras de (mais) algodão empregadas no trabalho original, que propôs o método, e nela foram definidos os percentis 10, 30, 70 e 90 para corresponderem aos limites das classes "muito baixa", "baixa", "média", "alta" e "muito alta" de maturidade da fibra. Em conseqüência, foram encontrados os valores 14,59, 13,40, 11,79 e 10,67, expressos segundo os índices obtidos no Fibrógrafo, para constituírem as separatrizes das referidas classes de maturidade. Exprimindo-se os resultados em termos de porcentagens de fibras maturas, em equivalência ao que seria obtido com o processo da soda cáustica, os mencionados limites correspondem, aproximadamente, a 45, 52, 63 e 72%. Resumo em inglês Once the Fibrograph method to determine maturity in cotton fiber was adopted at the Instituto Agronômico (Campinas, State of São Paulo, Brazil), the need of specifïc standard limits for the several classes of maturity, based on this process, was recognized. In effect, despite of the observed correlation between the results obtained by this method and those revealed by the NaOH process, which enables one to express the Fibrograph indices in terms of percentages of matur (mais) e fibers, the inadequacy of assessing the results, based on the standard USDA scale for the caustic soda method was soou verified. Actually, if this scale was considered, the great majority of fibers submitted to analysis should be classified as immature. Thus, a study was carried out in order to define a more suitable scale, based on the data originally used to establish the Fibrograph Method. A normal curve (x = 12.57; s = 1.46) was fitted to 59 data of fiber maturity, which includes different genetic materiais as well as diverse environmental conditions, comprising, therefore, a broad range of maturity. Due to the goodness of fit (X2 = 4.57; 5% = 11.07), the percentiles 10, 30, 70 and 90 in the normal curve were chosen and defined as the standard limits, respectively, for the classes "very low", "low", "medium", "high" and "very high" maturity. If Fibrograph indices are to be used to express the results, the limits of such classes were found to be 14.57, 13.40, 11.79 and 10.67, respectively. The correspondent values, if percentages of mature fibers are considered, are, aproximately, 45, 52, 63 and 72%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)