Sample records for k-25 plant
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Translocação orgânica, produtividade e rendimento de óleo essencial de Mentha piperita L. cultivada em solução nutritiva com variação dos níveis de N, P, K e Mg/ Organic translocation, productivity and essential oil yield of Mentha piperita L. cultivated in nutrient solution with varying N, P, K and Mg levels

David, E.F.S.; Boaro, C.S.F.
2009-01-01

Resumo em português O estudo objetivou avaliar translocação orgânica, índices fisiológicos da análise de crescimento e rendimento do óleo essencial de Mentha piperita L. cultivada em solução nutritiva com variação dos níveis de N, P, K e Mg. Assim, foram avaliados os quatro tratamentos contendo 50% N, P, K, 25% Mg; 50% N, P, K, Mg; 65%N, 50%P, 25%K, 100% Mg e 100% N, P, K, Mg. A translocação orgânica foi avaliada por meio da determinação da razão de massa foliar (RMF) e da (mais) distribuição de massa seca para os diferentes órgãos. Os índices fisiológicos razão de área foliar (RAF), área foliar específica (AFE), taxa assimilatória líquida (TAL) e taxa de crescimento relativo (TCR) derivadas que compõem a análise de crescimento foram estimados pelo programa ANACRES, após ajuste exponencial quadrático da área foliar e massa seca de lâminas foliares e total da planta em relação ao tempo. O rendimento do óleo essencial, em porcentagem, foi calculado após extração da parte aérea por hidrodestilação. As plantas submetidas ao tratamento com nível completo de nutrientes (100%N/P/K/Mg) exportaram com menor eficiência o material orgânico a partir da folha e a RMF mostrou queda mais lenta, devido à retenção desse material por mais tempo no local de sua produção. Além disso, não apresentaram melhor produtividade e as curvas da TAL e TCR mostraram quedas mais lentas. As plantas submetidas ao tratamento com 65%N/50%P/25%K/100%Mg revelaram adequada exportação de matéria orgânica da folha para caule e pecíolos, conforme demonstra a RMF e a distribuição de massa seca para esses órgãos. Revelaram ainda a RAF mais elevada no inicio do desenvolvimento e mais baixa aos 94 DAT, indicando sombreamento das folhas como resultado de seu crescimento. A AFE dessas plantas mostrou menor variação durante o ciclo, refletindo espessura mais constante de suas folhas. A TAL e a TCR apresentaram curvas decrescentes, com quedas bem acentuadas em relação às demais plantas. Todos esses índices indicam melhor produtividade das plantas submetidas ao tratamento 65%N/50%P/25%K/100%Mg, que também apresentaram rendimento de óleo essencial, em média, maior durante o ciclo. Conclui-se que a redução de 35% de N, 50% de P, 75% de K (65%N/50%P/25%K/100%Mg) é indicada para o cultivo e extração de óleo essencial de M. piperita. Resumo em inglês This study aimed to evaluate organic translocation, physiologic indexes of growth analysis and essential oil yield of Mentha piperita L. cultivated in nutrient solution with varying levels of N, P, K and Mg. Thus, four treatments were evaluated: 50% N, P, K, 25% Mg; 50% N, P, K, Mg; 65% N, 50% P, 25% K, 100% Mg; and 100% N, P, K, Mg. Organic translocation was assessed through leaf mass ratio (LMR) and dry matter distribution to the different organs. The physiologic indexe (mais) s leaf area ratio (LAR), specific leaf area (SLA), net assimilation rate (NAR) and relative growth rate (RGR), derived from growth analysis, were estimated using the software ANACRES, following the quadratic exponential fitting of leaf area and dry mass of leaves and total plant, relative to time. Essential oil yield was calculated as percentage after extraction from shoot using hydrodistillation. Plants subjected to the treatment with complete level of nutrients (100%N/P/K/Mg) less efficiently exported organic material from the leaf and LMR showed slower decrease due to the longer retention of such material in its production site. Besides, those plants did not present higher productivity and NAR and RGR curves showed slower decrease. Plants subjected to the treatment with 65%N/50%P/25%K/100%Mg had adequate organic matter exportation from the leaves to the stem and petioles, as demonstrated by LMR and dry matter distribution to these organs. Also in these plants, LAR was higher at the initial development and lower at 94 DAT, indicating leaf shading as a result of growth, and SLA showed less variation during the cycle, reflecting more homogeneous leaf thickness. NAR and RGR had decreasing curves, with marked falls relative to the remaining plants. All these indexes indicate higher productivity of plants subjected to the treatment with 65%N/50%P/25%K/100%Mg, which also had higher essential oil yield, on average, during the cycle. In conclusion, 35% reduction for N, 50% for P, 75% for K (65%N/50%P/25%K/100%Mg) is recommended for cultivation and essential oil extraction of M. piperita.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Níveis de potássio em fertirrigação interferindo no crescimento/desenvolvimento e qualidade do crisântemo/ Levels of potassium in fertirrigation interfering in the growth/development and quality of chrysanthemum

Rodrigues, Tatiana Michlovská; Rodrigues, Carlos Ribeiro; Paiva, Renato; Faquin, Valdemar; Paiva, Patrícia Duarte de Oliveira; Paiva, Luciano Vilela
2008-08-01

Resumo em português O crisântemo ocupa lugar de destaque entre as flores de vaso comercializadas no Brasil. Adubação e nutrição mineral estão entre os fatores essenciais para promover o bom desenvolvimento das plantas e flores de boa qualidade. Avaliou-se o efeito de dois substratos e cinco concentrações de potássio na solução nutritiva no crescimento/desenvolvimento do crisântemo (Dendranthema grandiflorum cv. Puritan). Após 90 dias do enraizamento, foram feitas determinações (mais) de número de inflorescências, folhas e hastes vaso, o diâmetro médios de inflorescência (cm) e a altura de planta (cm), e determinação da massa seca de inflorescências, folhas, hastes e relações folha/haste e folha/inflorescência. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x5 e com quatro repetições, sendo dois substratos: comercial (para cultivo de crisântemo - Vida Verde®) (SC) e fibra de coco (Golden Mix Mixto, T-40, Amafibra®) (FC) lixiviada e cinco concentrações de potássio (25; 50; 100; 200 e 400 mg L -1). O uso de 400 mg L-1 de potássio na solução nutritiva proporcionou a maior produção em ambos os substratos, porém FC lixiviada se destacou proporcionando plantas de melhor qualidade em relação ao substrato comercial. Resumo em inglês The Chrysanthemum is one of the most important vase flowers in the Brazilian market. Fertilisation and mineral nutrition are amongst the essential factors for promoting plant development and good quality flowers. One evaluated the effect of two substrates and concentrations of potassium in nutritive solutions during the growth/development of chrysanthemums (Dendranthema grandiflorum cv. Puritan). After 90 days of rooting, the number of inflorescences, leaves, stems per pl (mais) ant and vase, inflorescences diameter and plant height (cm) and dry matter of inflorescences, leaves, stems and the ratios leaf/stem and leaf/inflorescence were determined. A completely randomized experimental outline in 2x5 factorial scheme with four replications was used with two substrates: Vida Verde® - commercial substrate for chrysanthemum growth (SC) and coconut fiber [Golden Mix Mixto, T-40, Amafibra®] (FC) lixiviate and five concentrations of K (25, 50, 100, 200 and 400 mg L-1). The use of 400 mg L-1 of potassium in nutritive solution provided the highest production in both substrates however, the substrate FC lixiviate formed plants with better quality compared with the commercial substrate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)