Sample records for jesse effect
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 1 shown.



1

Germinação e maturidade fisiológica de sementes de Piptadenia Viridiflora (Kunth.) Benth relacionadas a estádios de frutificação e conservação pós-colheita/ Germination and physiological maturity in seeds of Piptadenia Viridiflora (Kunth.) Benth related to fruiting times and forms of post-harvest conservation

Pessoa, Ronaldo Cesário; Matsumoto, Sylvana Naomi; Morais, Otoniel Magalhães; Vale, Rodrigo Silva do; Lima, Jessé Moreira
2010-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito dos estádios de frutificação e formas de conservação na germinação e qualidade fisiológica de sementes de surucucu. Em 25 árvores na região de Vitória da Conquista, BA, foram realizadas coletas de frutos no período de 17/05 a 9/07 de 2007, em intervalos de sete dias a partir do início da frutificação, caracterizando oito estádios de desenvolvimento das vagens. Cada período de coleta foi definido por lotes d (mais) iferenciados de sementes, sendo realizadas avaliações de massas fresca e seca de 100 sementes e teor de água. As sementes de cada uma das oito coletas foram mantidas em condições ambientais de laboratório, sendo subdivididas em dois lotes: em um lote, as sementes permaneceram no interior das vagens e, no outro, as vagens foram eliminadas. Após o período de 49 dias a partir do início da frutificação, massas fresca e seca de 100 sementes e teor de água foram determinados. Posteriormente, as sementes foram submetidas a testes de germinação em câmara tipo BOD, com temperatura de 25 ºC, em regime de fotoperíodo de 8 h de luz. Depois de cinco dias foi realizada a primeira contagem de germinação e aos 10 dias, avaliadas as seguintes características: porcentagem de germinação, plântulas anormais e classificação do vigor das plântulas (vigor alto, médio e baixo). A presença das vagens durante o período de conservação das sementes foi fator determinante para a qualidade fisiológica das sementes. A germinação e o acúmulo de matéria seca determinados por ocasião do teste de germinação aumentaram com o período de frutificação, atingindo o máximo aos 37 dias. Resumo em inglês The objective of this study was to investigate the effect of different fruiting stages and conservation techniques on the germination and physiological quality of surucucu seeds. Fruits were collected on eight occasions from 25 trees in the region of Vitória da Conquista - BA, in the period from 05/17 to 07/09 2007, at sevenday intervals from the beginning of the fruiting stage. Each collection period was characterized by distinct seed lots. Evaluations were made for gre (mais) en and dry weight of 100 seeds and water content. The seeds in each of the eight collections were maintained under room conditions in the laboratory, and were subdivided into two lots: in the first, the seeds remained inside their pods, while in the other the pods were eliminated. After a 49-day period from the beginning of fruiting, determinations were made for green and dry weight of 100 seeds and water content. The seeds were then submitted to germination tests in a BOD incubator adjusted to 25ºC, with an 8:16 hr (light:dark) photoperiod. The first germination count was made after five days. At ten days, evaluations were made for germination percentage and abnormal seedlings, and plantlets were classified as to their vigor (high, medium, and low). Germination increased as the fruiting period progressed, and was directly related to dry matter accumulation in the seeds, as determined during the germination test.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)