Sample records for iron 69
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Avaliação do estado nutricional de ferro e anemia em crianças menores de 5 anos de creches públicas/ Nutritional assessment of iron status and anemia in children under 5 years old at public daycare centers

Vieira, Ana Cláudia F.; Diniz, Alcides S.; Cabral, Poliana C.; Oliveira, Rejane S.; Lóla, Margarida M. F.; Silva, Solange M. M.; Kolsteren, Patrick
2007-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional de ferro e a prevalência de anemia em crianças menores de 5 anos de creches públicas da cidade do Recife (PE). MÉTODOS: Estudo transversal, com amostra aleatória sistemática de 162 crianças, de 6 a 59 meses. O estado nutricional de ferro foi avaliado em termos de reservas corporais (ferritina sérica), transferrinemia (ferro sérico, capacidade total de ligação do ferro e % de saturação da transferrina), eritropoiese (prot (mais) oporfirina eritrocitária livre) e hemoglobinogênese (hemoglobina). RESULTADOS: A prevalência de anemia (hemoglobina 40 µmol/mol heme) em 69,6% (IC95% 61,0-77,1) das crianças. Os parâmetros de ferro não apresentaram correlação com o gênero (p > 0,05). No entanto, crianças 24 meses. A significante correlação observada entre reserva, transferrinemia e eritropoiese representa achado compatível com o esperado ciclo de vida do ferro no organismo. CONCLUSÕES: A deficiência de ferro e a anemia parecem ser um importante problema de saúde pública entre as crianças menores de 5 anos de creches públicas do Recife. Logo, ações efetivas direcionadas à prevenção e ao controle dessa deficiência são fortemente recomendadas nesse contexto ecológico. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess nutritional iron status and anemia prevalence in children less than 5 years old at public daycare centers in the city of Recife, PE, Brazil. METHODS: A cross-sectional study, with a systematic random sampling of 162 children aged 6 to 59 months. Nutritional iron status was assessed in terms of body iron reserves (serum ferritin), transferrinemia (serum iron, total iron binding capacity, and transferrin saturation %), erythropoiesis (free erythrocyte p (mais) rotoporphyrin) and hemoglobin production (hemoglobin). RESULTS: The prevalence of anemia (hemoglobin 40 µmol/mol heme) in 69.6% (95%CI 61.0-77.1) of the children. Iron parameters were not correlated with sex (p > 0.05). However, children 24 months. The significant correlation observed between reserves, transferrinemia and erythropoiesis is a finding that is compatible with the expected lifecycle of iron in the body. CONCLUSIONS: Iron deficiency and anemia appear to be an important public health problem among children less than 5 years old at public daycare centers in Recife. Therefore, effective actions aimed at the prevention and control of this deficiency are strongly recommended in this ecological context.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Validação de um questionário de freqüência de consumo alimentar para população adulta/ Validation of a food frequency questionnaire for the adult population

Ribeiro, Aída Calvão; Sávio, Karin Eleonora Oliveira; Rodrigues, Maria de Lourdes Carlos Ferreirinha; Costa, Teresa Helena Macedo da; Schmitz, Bethsáida de Abreu Soares
2006-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Investigar a validade e a reprodutibilidade de um questionário de freqüência de consumo alimentar desenvolvido para a população adulta. MÉTODOS: Foram entrevistados, em três momentos, 69 indivíduos, de ambos os sexos, freqüentadores de restaurantes industriais em dois órgãos públicos de Brasília, Distrito Federal. Na primeira e terceira entrevistas foram aplicados um recordatório 24 horas e um questionário de freqüência de consumo alimentar, e n (mais) a segunda entrevista, um recordatório 24 horas. A duração média do estudo foi de 181 dias. Macronutrientes, vitaminas A e C, cálcio, ferro, zinco, colesterol, fibras e energia total foram analisados utilizando-se os coeficientes de correlação intraclasse e de Pearson, este último na forma bruta e deatenuada. RESULTADOS: Quanto à reprodutibilidade, o questionário de freqüência de consumo alimentar obteve desempenho adequado, apresentando resultados acima de 0,7 para lipídeo, colesterol, energia e proteína. Para a validade, os melhores coeficientes deatenuados foram observados para vitamina C (r=0,66), ferro (r=0,58), proteína (r=0,55) e carboidrato (r=0,55) e os piores, para colesterol (r=0,32) e vitamina A (r=0,37). CONCLUSÃO: A obtenção de coeficientes de correlação expressivos para alguns nutrientes indica que este questionário de freqüência de consumo alimentar constitui-se em um bom instrumento de pesquisa para estudos epidemiológicos em população adulta, podendo fornecer informações importantes para a implementação de ações na área de saúde e nutrição. Resumo em inglês OBJECTIVE: The aim of the present study was to investigate the validity and reproducibility of a food frequency questionnaire developed for the adult population. METHODS: Sixty-nine individuals from both genders who attended industrial restaurants from two government divisions in Brasília, Federal District, Brazil, were interviewed on three different occasions. In the first and third interviews, a 24h recall and a food frequency questionnaire were applied, and in the sec (mais) ond interview only a 24h recall was applied. The study lasted 181 days. Macronutrients, vitamins A and C, calcium, iron, zinc, cholesterol, fibers and total energy were analyzed using the intraclass and Pearson's correlation coefficients, this last one in a crude and deattenuated manner. RESULTS: Regarding reproducibility, the food frequency questionnaire provided adequate results, presenting correlation coefficients above 0.7 for lipid, cholesterol, energy and protein. For validity, the best deattenuated coefficients were observed for vitamin C (r=0.66), iron (r=0.58), protein (r=0.55) and carbohydrate (r=0.55) and the worst for cholesterol (r=0.32) and vitamin A (r=0.37). CONCLUSION: The expressive correlation coefficients obtained for some nutrients indicates that this food frequency questionnaire constitutes a good research instrument for epidemiological studies in the adult population, as it can supply important dietary information allowing the implementation of actions in the health and nutrition areas.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Impacto do tratamento semanal com sulfato ferroso sobre o nível de hemoglobina, morbidade e estado nutricional de lactentes anêmicos/ Impact of weekly treatment with ferrous sulfate on hemoglobin level, morbidity and nutritional status of anemic infants

Lima, Ana C. V. M. S.; Lima, Marilia C.; Guerra, Miriam Q. F.; Romani, Sylvia A. M.; Eickmann, Sophie H.; Lira, Pedro I. C.
2006-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o impacto do tratamento com sulfato ferroso, administrado semanalmente, sobre o nível de hemoglobina, morbidade e estado nutricional de lactentes anêmicos da Zona da Mata Meridional de Pernambuco. MÉTODOS: Estudo de intervenção de base comunitária, controlado, realizado com 378 lactentes acompanhados até 18 meses. Foram selecionadas aleatoriamente 245 crianças para avaliação da hemoglobina aos 12 meses. As crianças foram distribuídas em três (mais) grupos de estudo: dois com tratamento semanal de 45 mg de ferro elementar, dos 12 aos 18 meses de vida (69 crianças com anemia moderada/grave e 111 com anemia leve) e um sem tratamento, constituído de 65 crianças sem anemia. As 133 crianças restantes constituíram o grupo controle, utilizado para comparação do estado nutricional e da morbidade. RESULTADOS: A prevalência de anemia foi de 73,5% aos 12 meses de vida. Após 6 meses de tratamento, houve recuperação do nível de hemoglobina para valores > 11,0 g/dL em 42,3% dos lactentes anêmicos. O aumento médio foi de 1,6 g/dL, sendo maior (2,5 g/dL) para o grupo com nível inicial mais baixo de hemoglobina. Das crianças sem anemia e não tratadas, 40,3% tornaram-se anêmicas ao término do acompanhamento, com uma redução média do nível de hemoglobina de 0,5 g/dL. Observou-se um ganho de peso significativamente maior nos grupos com tratamento, o mesmo não ocorrendo para crescimento linear e duração da diarréia. CONCLUSÕES: A redução da prevalência da anemia em menos da metade das crianças recebendo sulfato ferroso em doses semanais e o surgimento de anemia nos lactentes não anêmicos e sem suplementação de ferro são indicativos da necessidade de estratégias eficazes para seu controle. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the impact of weekly treatment with ferrous sulfate on hemoglobin level, morbidity and nutritional status in a sample of anemic infants from Zona da Mata Meridional in the state of Pernambuco, Brazil. METHODS: A controlled, community-based intervention was carried out with 378 infants who were followed-up for 18 months. Hemoglobin level was measured at 12 months in a total of 245 children randomly selected. Participating infants were divided into th (mais) ree groups: two received 45 mg of elemental iron weekly, from 12 to 18 months of life (69 children with moderate/severe anemia, and 111 with mild anemia); the third group was composed of 65 non-anemic children, who received no intervention. The remaining 133 children constituted the control group, for comparisons on nutritional status and morbidity. RESULTS: The prevalence of anemia was 73.5% at 12 months of life. After 6 months of treatment, 42.3% of anemic children reached hemoglobin levels > 11.0 g/dL. The mean increase was 1.6 g/dL, being higher (2.5 g/dL) in the group with lower levels of hemoglobin at baseline. Children without anemia at baseline received no treatment, and 40.3% of them became anemic at the end of follow-up, with a mean decrease of 0.5 g/dL in hemoglobin levels. A significantly greater weight gain was observed in the two treated groups, while no significant improvements were seen in linear growth and duration of diarrhea. CONCLUSIONS: The fact that less than half the children receiving ferrous sulfate recovered from anemia at the end of follow-up, along with the development of anemia in many untreated, previously non-anemic infants, suggests the need for effective control strategies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Perda de carga contínua em tubulações conduzindo água residuária da suinocultura/ Continuous head loss in tubes carrying swine wastewater

Sampaio, Silvio C.; Denículi, Wilson; Oliveira, Rubens A.; Silva, Demétrius D. da; Matos, Antônio T.; Martinez, Mauro A.
2001-12-01

Resumo em português O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de definir e avaliar modelos matemáticos que estimem a perda de carga contínua em tubulações de aço zincado, ferro galvanizado e PVC, nos diâmetros comerciais 2 a 6 polegadas. Utilizou-se como fluido escoante a água e água residuária proveniente da suinocultura, nas concentrações de 0,98; 2,08; 4,73; 7,69 e 8,56%. Os resultados mostraram que os métodos que estimam a perda de carga baseados na equação Univer (mais) sal e relacionam o fator de atrito às características de escoamento, não apresentaram bons ajustes, principalmente quando se utilizou o Número de Reynolds Generalizado. As equações empíricas, propostas neste trabalho, em que se utilizam as metodologias de Duffy & Titchener e Hazen-Williams Modificada, que relacionam a perda de carga com a vazão, diâmetro, coeficiente de rugosidade e concentração de sólidos totais, apresentaram bons resultados, com coeficientes de determinação acima de 0,98. Desta maneira, recomenda-se a sua utilização para dimensionamento de projetos, por serem equações simples e confiáveis. Resumo em inglês This research was performed to evaluate and introduce mathematical models to estimate head losses in zinc steel, galvanized iron and PVC tubes and diameters ranging from 2 to 6 inches. The total solid concentration of swine liquid manure was: 0.98, 2.08, 4.73, 7.69 and 8.56%. The methods based on the Universal equation using the Generalized Reynolds Number showed an adjustment worse than the ones obtained through the empirical equations proposed in this work. Those equati (mais) ons were established from Duff & Titchener and Modified Hazen-Williams methodologies and showed a better adjustment with coefficients of determinations above 0.98 and thus may be recommended for pumping projects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Caracterização química da carne de cabrito da raça Moxotó e de cruzas Pardo Alpina x Moxotó/ Chemical characterization of kid meat from Moxotó goat and Pardo Alpina x Moxotó Crossbreeds

Beserra, Frederico José; Monte, Antonia Lucivânia de Sousa; Bezerra, Luciana Cristina Nogueira de Moraes; Nassu, Renata Tieko
2000-01-01

Resumo em português O objetivo da pesquisa foi avaliar a composição química da carne de cabrito-mamão (idade média de 72 dias), da raça Moxotó (MOX), grupos genéticos ¾ Pardo Alpina x ¼ Moxotó (3/4 PAMOX) e ½ Pardo Alpina x ½ Moxotó (1/2 PAMOX). A análise apresentou valores médios entre 77,80% a 80,25% de umidade; 15,90% a 19,08% de proteína; 1,12% a 1,21% de gordura, e 1,29% a 2,03% de cinzas. Quanto à composição mineral, os valores médios variaram de 5,62 mg/100 g a 8, (mais) 21 mg/100 g de cálcio; 156,97 mg/100 g a 196,25 mg/100 g de fósforo; 0,26 mg/100 g a 0,48 mg/100 g de ferro; 16,25 mg/100 g a 23,72 mg/100 g de magnésio; 59,20 mg/100 g a 78,79 mg/100 g de sódio, e de 259,69 mg/100 g a 292,24 mg/100 g de potássio. Foram encontradas diferenças significativas a 5% de probabilidade entre os grupos genéticos no que diz respeito à composição de umidade, proteína e cinzas e mineral quanto a elementos estudados. Não houve diferenças entre os valores de gordura dos grupos genéticos. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate chemical composition of kid meat of Moxotó (MOX), ¾ Pardo Alpina x ¼ Moxotó (3/4 PAMOX) and ½ Moxotó x ½ Pardo Alpina (1/2 PAMOX) crossbreed goats. Average age of kids at slaughter was 72 days. Kids were fed with cow milk and a protein supplement. Meat analysis showed average values ranging from 77.80% to 80.25% for moisture; from 15.90% to 19.08% for protein; from 1.12% to 1.21% for fat and from 1.29% to 2.03% for ash. F (mais) or mineral composition, average values ranged from 5.62 mg/100 g to 8.21 mg/100 g for calcium; from 156.97 mg/100 g to 196.25 mg/100 g for phosphorus; from 0.26 mg/100 g to 0.48 mg/100 g for iron; from 16.25 mg/100 g to 23.72 mg/100 g for magnesium; from 59.20 mg/100 g to 78.79 mg/100 g for sodium and from 259.69 mg/100 g to 292.24 mg/100 g for potassium. Genetic groups showed significative differences for composition of moisture, protein and ash values and for mineral composition, in all measured elements. Fat content values did not show statistical differences between goat genetic groups.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Saúde e nutrição de crianças de 0 a 60 meses de um assentamento de reforma agrária, Vale do Rio Doce, MG, Brasil/ Health and nutrition of children, 0 to 60-month old, in an agrarian-reform settlement, Vale do Rio Doce, MG, Brazil

Castro, Teresa Gontijo de; Campos, Flávia Milagres; Priore, Silvia Eloiza; Coelho, France Maria Gontijo; Campos, Teresa Fialho de Sousa; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro; Rangel, Arquimedes de Almeida
2004-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Este estudo avaliou as condições gerais de saúde das crianças de um assentamento rural, localizado no Município de Tumiritinga, Vale do Rio Doce, MG, Brasil. MÉTODOS: Foram obtidos dados de 69 crianças de zero a 60 meses de idade, com relação ao estado nutricional (antropometria e nível de hemoglobina), parasitose intestinal, tempo de aleitamento materno, práticas alimentares e calendário de vacinação. RESULTADOS: Verificou-se que 7,6% das criança (mais) s apresentavam déficits nos índices peso/idade e estatura/idade e 47,5%, baixa concentração de hemoglobina. A infestação parasitária foi detectada em 96,1% das 51 crianças que fizeram o exame e 34,0% estavam com a vacinação atrasada. A mediana de tempo de aleitamento materno exclusivo foi de 30 dias e observou-se inadequada freqüência de consumo de alimentos-fontes de ferro. CONCLUSÃO: Dado o aumento dos assentamentos rurais no Brasil e as precárias condições de saúde e nutrição infantil encontradas neste estudo, tornam-se necessárias medidas urgentes e efetivas de intervenção preventiva, voltadas à promoção da saúde dessa população. Resumo em inglês OBJETIVE: This study evaluated the general health conditions of children living in a rural settlement in Tumiritinga, Vale do Rio Doce, MG, Brazil. METHODS: The obtained data regards the nutritional state (anthropometry and hemoglobin level), intestinal parasitic infestation, breast-feeding period, food habits and vaccination records of 69 children, ranging from zero to 60 months of age. RESULTS: The results showed that 7.6% of the children presented low indices of weight (mais) /age and height/age correlations, and 47.5% presented low hemoglobin level. Parasitic infestation was detected in 96.1% of the 51 children examined, and 34,0% had incomplete vaccination records. The average period of exclusive breast-feeding was 30 days. The consumption of iron-rich foods was also found inadequate. CONCLUSION: Given the increasing number of rural settlements in Brazil and given the poor health and nutritional circumstances of the children studied in this work, urgent and effective measures of preventive intervention must be taken to promote this population's health conditions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Efeitos do clampeamento tardio do cordão umbilical sobre os níveis de hemoglobina e ferritina em lactentes aos três meses de vida/ Effects of delayed cord clamping on hemoglobin and ferritin levels in infants at three months of age

Venâncio, Sonia Isoyama; Levy, Renata Bertazzi; Saldiva, Sílvia Regina Dias Médici; Mondini, Lenise; Alves, Maria Cecília Goi Porto; Leung, Siu Lum
2008-01-01

Resumo em português Este estudo verificou o efeito do clampeamento tardio (um minuto após o nascimento) do cordão umbilical sobre os níveis de hemoglobina e ferritina em crianças aos três meses de vida. Foram alocadas 325 mães e crianças, nascidas a termo, de parto vaginal e sem patologias (164 no grupo do clampeamento imediato e 161 no tardio) em um hospital do Município de São Paulo, Brasil, em 2006. Realizaram-se dosagens de hemoglobina da mãe no pré-parto e de hemoglobina e fe (mais) rritina do cordão umbilical. As crianças (69%) foram acompanhadas no ambulatório, após três meses, ocorrendo coleta de sangue venoso para dosagem de hemoglobina e ferritina. Variáveis sócio-econômicas, reprodutivas, antropométricas e de alimentação da criança foram estudadas. Utilizou-se a regressão linear múltipla para a análise dos dados. O efeito do clampeamento tardio do cordão umbilical foi significativo somente para os níveis de ferritina das crianças aos três meses de idade (p = 0,040), sendo superior em 23,29ng/mL quando comparado às crianças submetidas ao clampeamento imediato. O procedimento pode se constituir em uma estratégia para prevenir a deficiência de ferro em lactentes. Resumo em inglês This study assessed the effect of delayed (1 minute after delivery) clamping of the umbilical cord on hemoglobin and ferritin levels in infants at three months of age. Mothers and their infants born through vaginal delivery, at term, and without congenital anomalies (325 pairs) were recruited at a hospital in São Paulo, Brazil, in 2006 (164 in the delayed clamping subgroup and 161 in the early clamping subgroup). Maternal hemoglobin at delivery, umbilical cord hemoglobin (mais) , and ferritin were recorded. At three months follow-up, venous blood samples were drawn from 224 (69%) infants for hemoglobin and ferritin measurement. Socioeconomic, maternal reproductive, anthropometric, and infant feeding variables were studied. Multiple linear regression models were used to analyze the data. The effect of delayed clamping at birth, measured at three months, was only significant for ferritin (p = 0.040), and the concentration was higher (23.29ng/mL) in this subgroup as compared to the early clamping subgroup. Delayed umbilical cord clamping can serve as a strategy to improve infant iron status and prevent iron deficiency.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Efeitos do clampeamento tardio do cordão umbilical sobre os níveis de hemoglobina e ferritina em lactentes aos três meses de vida/ Effects of delayed cord clamping on hemoglobin and ferritin levels in infants at three months of age

Venâncio, Sonia Isoyama; Levy, Renata Bertazzi; Saldiva, Sílvia Regina Dias Médici; Mondini, Lenise; Alves, Maria Cecília Goi Porto; Leung, Siu Lum
2008-01-01

Resumo em português Este estudo verificou o efeito do clampeamento tardio (um minuto após o nascimento) do cordão umbilical sobre os níveis de hemoglobina e ferritina em crianças aos três meses de vida. Foram alocadas 325 mães e crianças, nascidas a termo, de parto vaginal e sem patologias (164 no grupo do clampeamento imediato e 161 no tardio) em um hospital do Município de São Paulo, Brasil, em 2006. Realizaram-se dosagens de hemoglobina da mãe no pré-parto e de hemoglobina e fe (mais) rritina do cordão umbilical. As crianças (69%) foram acompanhadas no ambulatório, após três meses, ocorrendo coleta de sangue venoso para dosagem de hemoglobina e ferritina. Variáveis sócio-econômicas, reprodutivas, antropométricas e de alimentação da criança foram estudadas. Utilizou-se a regressão linear múltipla para a análise dos dados. O efeito do clampeamento tardio do cordão umbilical foi significativo somente para os níveis de ferritina das crianças aos três meses de idade (p = 0,040), sendo superior em 23,29ng/mL quando comparado às crianças submetidas ao clampeamento imediato. O procedimento pode se constituir em uma estratégia para prevenir a deficiência de ferro em lactentes. Resumo em inglês This study assessed the effect of delayed (1 minute after delivery) clamping of the umbilical cord on hemoglobin and ferritin levels in infants at three months of age. Mothers and their infants born through vaginal delivery, at term, and without congenital anomalies (325 pairs) were recruited at a hospital in São Paulo, Brazil, in 2006 (164 in the delayed clamping subgroup and 161 in the early clamping subgroup). Maternal hemoglobin at delivery, umbilical cord hemoglobin (mais) , and ferritin were recorded. At three months follow-up, venous blood samples were drawn from 224 (69%) infants for hemoglobin and ferritin measurement. Socioeconomic, maternal reproductive, anthropometric, and infant feeding variables were studied. Multiple linear regression models were used to analyze the data. The effect of delayed clamping at birth, measured at three months, was only significant for ferritin (p = 0.040), and the concentration was higher (23.29ng/mL) in this subgroup as compared to the early clamping subgroup. Delayed umbilical cord clamping can serve as a strategy to improve infant iron status and prevent iron deficiency.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Crescimento, desenvolvimento e produtividade do tomateiro cultivado em substrato com três concentrações de nitrogênio na solução nutritiva/ Growth, development and yield of tomato plants grown in substrate under three nitrogen concentrations of the nutrient solution

Andriolo, Jerônimo Luiz; Ross, Tiago Dal; Witter, Márcio
2004-10-01

Resumo em português Determinou-se o efeito de três concentrações de N da solução nutritiva sobre o crescimento e produtividade do tomateiro cultivado em substrato, no outono e na primavera. Os experimentos foram conduzidos no interior de um túnel alto de polietileno, no Departamento de Fitotecnia da UFSM, empregando-se o híbrido Monte Carlo. As semeaduras foram feitas em 8 de fevereiro e 5 de julho de 2002 e o plantio no interior do túnel aos 36 e 40 dias após a semeadura, no outono (mais) e na primavera, respectivamente. Foi empregada uma sacola para cada planta, contendo 5,5dm³ de substrato comercial (Plantmax®), com uma planta por sacola e densidade de 3,3 plantas m-2. Os nutrientes foram fornecidos através de uma solução nutritiva contendo, em mmol L-1: 5,5 de KNO3; 1,3 de KH2PO4; 2,75 de Ca(NO3)2; 0,75 de MgSO4, com adição de ferro quelatizado e micronutrientes. O tratamento T2 foi igual a solução de referência, com 11,0 mmolN L-1. No tratamento T1, a concentração de nitrogênio da solução nutritiva foi reduzida para 5,5mmolN L-1, enquanto em T3 foi aumentada para 15,16mmolN L-1. O delineamento experimental empregado foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições e 15 plantas por parcela. Foi feita análise do crescimento e desenvolvimento mediante coleta de plantas aos 33, 48, 55, 62, 69, 76 e 83 dias após o plantio (DAP), no outono, e aos 55, 62, 69, 78, 85 e 92 DAP, na primavera. A produtividade foi medida através da massa verde de frutos. O número de folhas foi inferior nas plantas de T3, no outono e na primavera, enquanto o número de frutos foi mais elevado nas plantas de T1 no cultivo de primavera. A massa seca de frutos no outono evoluiu sem diferenças significativas entre os três tratamentos. Na primavera, essa variável foi inferior nas plantas de T3 ao final do experimento. A produtividade de frutos atingiu valores médios de 5,4; 5,5 e 5,2kg m-2 no outono e de 6,7; 7,7 e 5,8kg m-2 na primavera, respectivamente para T1, T2 e T3, com produtividade máxima estimada de 7,8kg m-2 na dose de 9,3mmolN L-1. Concluiu-se que a concentração de N na solução nutritiva afetou o crescimento e a produtividade da cultura do tomateiro em substrato, porém não foi observada resposta similar nos dois ciclos de cultivo. Resumo em inglês The effect of three N concentrations of the nutrient solution on growth and yield of tomato plants grown in substrate was determined in autumn and spring growing periods. Two experiments were conducted inside a polyethylene tunnel, at Departamento de Fitotecnia - UFSM, using the hybrid Monte Carlo. Sowing was made on February 8 and on July 5, 2002, and planting inside the tunnel 36 and 40 days later, in autumn and spring, respectively. Plants were grown in plastic bags fi (mais) lled with 5.5dm³ of commercial substrate (Plantmax®), with one plant per bag and a plant density of 3.3 plants m-2. Nutrients were supplied to plants by a complete nutrient solution, with the following composition, in mmol L-1: 5.5 of KNO3; 1.3 of KH2PO4; 2.75 of Ca(NO3)2; 0.75 of MgSO4, with iron chelate and micronutrients. The treatment T2 was the nutrient solution described above, with 11.0mmolN L-1. For treatment T1, the N concentration of the nutrient solution was reduced to 5.5mmolN L-1, whereas for T3 it was increased to 15.16mmolN L-1. A randomised experimental design was used, with four replications and 15 plants per plot. Plants were harvested at 33, 48, 55, 62, 69, 76 and 83 days after planting (DAP) in autumn, and at 55, 62, 69, 78, 85 and 92 DAP in spring, to measure plant growth and development. Crop yield was determined by fresh weight of fruits. The number of leaves was lower on T3 plants in autumn and spring, whereas the number of fruits was higher on T1 plants in spring. The dynamics of fruit dry mass accumulation did not show significant differences among treatments in autumn. In spring, the lowest value of this variable was recorded on T3 plants. Mean values of fresh fruit weight reached 5.4; 5.5 and 5.2kg m 2 in autumn, and 6.7; 7.7 and 5.8kg m-2 in spring, for T1 T2 and T3, respectively, fitting well a polynomial model with estimated maximum fruit yield of 7.8kg m-2 at a N concentration of 9.3mmolN L-1. It was concluded that N concentration of the nutrient solution affected the growth and yield of the tomato crop, but a similar effect was not observed in autumn and spring growing periods.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Solução nutritiva e composição mineral de três espécies de menta cultivadas no sistema hidropônico/ Nutrient solution and mineral composition of three mint species grown in hydroponic system

Garlet, Tânea Maria Bisognin; Santos, Osmar Souza dos
2008-08-01

Resumo em português O objetivo do estudo foi determinar o teor e a acumulação de nutrientes em três espécies de Mentha e testar o desempenho de solução nutritiva calculada para o cultivo de menta, a partir de dados anteriores de produção de matéria seca e de quantidade de nutrientes extraídos por M. arvensis, no sistema hidropônico NFT Técnica do Fluxo Laminar de Nutrientes (NFT). O trabalho foi conduzido em casa de vegetação de 250m² do Departamento de Fitotecnia da UFSM, RS, (mais) Brasil, no período de outubro a dezembro de 2004. Empregou-se delineamento experimental inteiramente casualizado, com três tratamentos (órgãos da planta) e cinco repetições. Estacas de plantas matrizes foram enraizadas em espuma fenólica por 20 dias em berçário e após foram transferidas para bancadas de produção final. As plantas foram colhidas aos 62 (M. arvensis), 69 (M. x gracilis) e 76 (M. x piperita var. citrata) dias após o plantio, separadas em partes (raízes, hastes, folhas) e secas em estufa a 70°C para determinação de matéria seca e análise de tecidos. Nitrogênio, cálcio e potássio foram os macronutrientes com maior concentração em todas as partes das plantas, já os micronutrientes foram ferro, manganês e zinco. Houve maior acúmulo de macronutrientes nas folhas, seguidas pelas hastes e raízes. Constatou-se que a solução nutritiva elaborada garantiu elevada produção de fitomassa, sem que as plantas apresentassem sintomas visuais de deficiência ou toxicidade de macro e micronutrientes. Resumo em inglês The intention of this study was to determine the levels and accumulation of nutrients in three Mentha species and to test the performance of the nutrient solution for the growth of mint, obtained from previous data of dry matter production and quantity of nutrients extracted by M. arvensis, in NFT (Nutrient Film Technique) hydroponic system. The research was carried out at the Departament of Fitotecny, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), RS, Brazil, from October t (mais) o December. A completely randomized design was used with three treatments (plant organs) and five replications. Stakes of matrix plants rooted in phenolic foam for 20 days in a nursery, being then transferred to final production gullies. The plants were harvested at 62 (M. arvensis), 69 (M. x gracilis) and 76 (M. x piperita var. citrata) days after planting, separeted in parts (roots, stems, leaves) and dried at 70°C for the determination of dry matter and tissue analysis. Nitrogen, calcium and potassium were the macronutrients with larger concentration in all plant parts; the micronutrients were iron, manganese and zinc. There was a higher accumulation of macronutrients in the leaves, followed by stems and roots. It was verified that the nutrient solution elaborated guaranteed a high phytomass production without the plants showing visual symptons of deficiency or toxicity of macro and micronutrients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Características químicas de amêndoas de barueiros (dipteryx alata vog.) de ocorrência natural no cerrado do estado de Goiás, Brasil/ Chemical characteristics of baru almonds (dipteryx alata vog.) from the savannah of Goiás, Brazil

Vera, Rosângela; Soares Junior, Manoel Soares; Naves, Ronaldo Veloso; Souza, Eli Regina Barboza de; Fernandes, Eliana Paula; Caliari, Márcio; Leandro, Wilson Mozena
2009-03-01

Resumo em português Visando a ampliar os conhecimentos sobre os teores nutricionais de frutos de barueiro, planta nativa do Cerrado, com a finalidade de subsidiar o manejo econômico da cultura, determinaram-se as características químicas de amêndoas de barueiros provenientes de diferentes regiões geográficas do Cerrado goiano. Onze regiões do Estado de Goiás com elevada ocorrência natural de barueiro foram selecionadas e em cada região foram escolhidas, aleatoriamente, doze plantas (mais) em plena produção. Coletaram-se aproximadamente 60 frutos e, após seleção, amostraram-se 20 frutos por árvore. As amêndoas foram retiradas dos frutos e, trituradas, constituindo uma amostra composta. Determinaram-se: umidade, proteína, extrato etéreo, minerais e perfil de ácidos graxos. Os dados foram submetidos à análise de variância, e as médias foram comparadas pelo teste Tukey, a 5% de probabilidade. Os teores médios de umidade das amêndoas de baru variaram nas regiões estudadas entre 2,93-5,07 g (100 g)-1, a proteína entre 25,16-27,69 g (100 g)-1 e o teor de extrato etéreo de 32,42-37,36 g (100 g)-1. Os teores médios de ácidos graxos saturados variaram de 19,93-25,74 g (100 g)-1 e deácidos graxos insaturados de 73,47-79,19 g (100 g)-1. Os ácidos graxos de maior ocorrência foram oleico e linoleico, seguidos pelos ácidos palmítico, lignocérico, esteárico, behênico, gadoleico e araquítico. Os macronutrientes minerais que apresentaram maiores teores, foram potássio, fósforo e enxofre. Com relação aos micronutrientes minerais, o ferro apresentou maior concentração. Resumo em inglês Aiming to broaden the knowledge about the nutritional content of baru fruits, a tree species from the Brazilian Savannah, in order to subsidize its economic management, it was determined the chemical characteristics of baru almonds from different geographical regions. In the state of Goiás eleven sites were chosen for their abundance of baru trees, and at each site twelve trees in full production were randomly selected. Approximately sixty fruits were collected and, afte (mais) r selection, twenty fruits per tree were sampled. The almonds were extracted from the fruits and crushed, constituting a composite sample. Moisture content, protein, ether extract, minerals and fatty acid profiles were determined and submitted to analysis of variance and the means were compared by the Tukey test at 5% of probability. The almonds average moisture contents varied from 2.93 to 5.07g (100g)-1 from 25.16 to 27.69 (100g)-1 for proteins and from 32.42 to 37.36g (100)-1 for ether extract. The average content of saturated fatty acids varied from 19.93 to 25.74g (100 g)-1, and the unsaturated fatty acids varied from 73.47 to 79.19g (100g)-1. The most common fatty acids were oleic and linoleic, followed by palmitic, lignoceric, estearic, behenic gadoleic and araquitic. The most common mineral macronutrients were potassium, phosphorus and sulfur. Among the mineral micronutrients, iron had the highest concentration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Efetividade superior do esquema diário de suplementação de ferro em lactentes/ Greater effectiveness of daily iron supplementation scheme in infants/ Efectividad superior del esquema diario de suplementación de hierro en lactantes

Azeredo, Catarina Machado; Cotta, Rosângela Minardi Mitre; Sant'Ana, Luciana Ferreira da Rocha; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro; Ribeiro, Rita de Cássia Lanes; Lamounier, Joel Alves; Pedron, Flávia Araújo
2010-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a efetividade de esquemas, diário e semanal, de suplementação profilática de ferro medicamentoso na prevenção da anemia ferropriva em lactentes não anêmicos. MÉTODOS: Estudo populacional, prospectivo, de abordagem quantitativa com intervenção profilática, realizado no município de Viçosa, MG, em 2007/8. Foram selecionadas 103 crianças não anêmicas, entre seis e 18 meses de idade, correspondendo a 20,2% das crianças cadastradas e atendid (mais) as pelas Equipes de Saúde da Família. As crianças foram divididas em dois grupos de suplementação: dosagem diária recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (grupo 1, n=34) e dosagem semanal preconizada pelo Ministério da Saúde (grupo 2, n=69). As avaliações ocorreram no início do estudo e após seis meses, sendo realizadas dosagem de hemoglobina (ß-hemoglobinômetro portátil), avaliação antropométrica e dietética, e aplicação de questionário socioeconômico. Os indicadores de impacto utilizados foram a prevalência de anemia, variação de hemoglobina, adesão e efeitos adversos aos suplementos. RESULTADOS: Os grupos se mostraram homogêneos quanto às variáveis socioeconômicas, biológicas e de saúde anteriores à intervenção. Após seis meses de suplementação, observaram-se maiores médias de hemoglobina no grupo 1 em relação ao grupo 2, (11,66; DP=1,25 e 10,95; DP=1,41, respectivamente, p=0,015); além de menores prevalências de anemia (20,6% e 43,5%, respectivamente, p=0,04). Apenas o tempo de suplementação influenciou na anemia grave (p=0,009). Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes para as variáveis adesão ao suplemento e efeitos adversos. CONCLUSÕES: A dosagem diária recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria mostrou-se mais efetiva na prevenção da anemia em lactentes, quando comparada à dosagem utilizada pelo Ministério da Saúde. A dosagem semanal recomendada pelo programa do governo brasileiro precisa ser reavaliada para aumentar sua efetividade na prevenção de anemia em crianças atendidas em serviços públicos de saúde. Resumo em espanhol OBJETIVO: Evaluar la efectividad de esquemas, diario y semanal, de suplementación profiláctica de hierro medicamentoso en la prevención de anemia ferropriva en lactantes no anémicos. MÉTODOS: Estudio poblacional, prospectivo, de abordaje cuantitativo con intervención profiláctica, realizado en el municipio de Vinosa, Sureste de Brasil, en 2007/8. Fueron seleccionados 103 niños no anémicos, entre seis y 18 meses de edad, correspondiendo a 20,2% de los niños catas (mais) trados y atendidos por los Equipos de Salud de la Familia. Los niños fueron divididos en dos grupos de suplementación: dosificación diaria recomendada por la Sociedad Brasilera de Pediatría (grupo 1, n=34) y dosificación semanal establecida por el Ministerio de la Salud (grupo 2, n=69). Las evaluaciones ocurrieron en el inicio del estudio y posterior a seis meses, siendo realizadas dosificación de hemoglobina (b-homoglobinómetro portátil), evaluación antropométrica y dietética, y aplicación de cuestionario socioeconómico. Los indicadores de impacto utilizados fueron la prevalencia de anemia, variación de hemoglobina, adhesión y efectos adversos a los suplementos. RESULTADOS: Los grupos se mostraron homogéneos con relación a las variables socioeconómicas, biológicas y de salud anteriores a la intervención. Posterior a seis meses de suplementación, se observaron mayores promedios de hemoglobina en el grupo 1 con relación al grupo 2, (11,66; DP=1,25 e 10,95; DP=1,41, respectivamente, p=0,015); así como menores prevalencias de anemia (20,6% y 43,5%, respectivamente, p=0,04). Sólo el tiempo de suplementación influyó en la anemia grave (p=0,009). No fueron encontradas diferencias estadísticamente significativas para las variables adhesión al suplemento y efectos adversos. CONCLUSIONES: La dosificación diaria recomendada por la Sociedad Brasilera de Pediatría se mostró más efectiva en la prevención de la anemia en lactantes, al compararla con la dosificación utilizada por el Ministerio de la Salud. La dosificación semanal recomendada por el programa de gobierno brasilero precisa ser reevaluada para aumentar su efectividad en la prevención de anemia en niños atendidos en servicios públicos de salud. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the effectiveness of weekly and daily schemes of preventive supplementation with supplementary iron to prevent iron deficiency anemia in non-anemic infants. METHODS: A prospective population study with a quantitative approach and preventive intervention was performed in the city of Viçosa, Southeastern Brazil, in 2007-8. A total of 103 non-anemic children, aged between six and 18 months of age, were selected, corresponding to 20.2% of the children re (mais) gistered with and cared for by Equipes de Saúde da Família (Family Health Teams). Children were divided into two supplementation groups: daily dosage recommended by the Sociedade Brasileira de Pediatria (Brazilian Society of Pediatrics) (group 1, n=34) and weekly dosage recommended by the Brazilian Ministry of Health (group 2, n=69). Assessments were made in the beginning of the study and after six months, with hemoglobin dosage (portable ß-Hemoglobin-meter) and anthropometric and dietary assessments being performed and socioeconomic questionnaire applied. Impact indicators used were prevalence of anemia, hemoglobin variation, adherence to and side effects of supplements. RESULTS: Groups were homogeneous in terms of socioeconomic, biological and before-intervention health variables. After six months of supplementation, higher means of hemoglobin were found in group 1 than in group 2 (11.66; SD=1.25 and 10.95; SD=1.41, respectively, p=0.015); in addition to lower prevalences of anemia (20.6% and 43.5%, respectively, p=0.04). Only "supplementation time" influenced severe anemia (p=0.009). Statistically significant differences were not found for the "adherence to supplementation" and "side effects" variables. CONCLUSIONS: The daily dosage recommended by the Sociedade Brasileira de Pediatria was found to be more effective to prevent anemia in infants, when compared to the dosage used by the Ministry of Health. The weekly dosage recommended by the Brazilian government program needs to be reviewed to increase the effectiveness of prevention of anemia in infants cared for in public health services.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Efetividade superior do esquema diário de suplementação de ferro em lactentes/ Greater effectiveness of daily iron supplementation scheme in infants/ Efectividad superior del esquema diario de suplementación de hierro en lactantes

Azeredo, Catarina Machado; Cotta, Rosângela Minardi Mitre; Sant'Ana, Luciana Ferreira da Rocha; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro; Ribeiro, Rita de Cássia Lanes; Lamounier, Joel Alves; Pedron, Flávia Araújo
2010-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a efetividade de esquemas, diário e semanal, de suplementação profilática de ferro medicamentoso na prevenção da anemia ferropriva em lactentes não anêmicos. MÉTODOS: Estudo populacional, prospectivo, de abordagem quantitativa com intervenção profilática, realizado no município de Viçosa, MG, em 2007/8. Foram selecionadas 103 crianças não anêmicas, entre seis e 18 meses de idade, correspondendo a 20,2% das crianças cadastradas e atendid (mais) as pelas Equipes de Saúde da Família. As crianças foram divididas em dois grupos de suplementação: dosagem diária recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (grupo 1, n=34) e dosagem semanal preconizada pelo Ministério da Saúde (grupo 2, n=69). As avaliações ocorreram no início do estudo e após seis meses, sendo realizadas dosagem de hemoglobina (ß-hemoglobinômetro portátil), avaliação antropométrica e dietética, e aplicação de questionário socioeconômico. Os indicadores de impacto utilizados foram a prevalência de anemia, variação de hemoglobina, adesão e efeitos adversos aos suplementos. RESULTADOS: Os grupos se mostraram homogêneos quanto às variáveis socioeconômicas, biológicas e de saúde anteriores à intervenção. Após seis meses de suplementação, observaram-se maiores médias de hemoglobina no grupo 1 em relação ao grupo 2, (11,66; DP=1,25 e 10,95; DP=1,41, respectivamente, p=0,015); além de menores prevalências de anemia (20,6% e 43,5%, respectivamente, p=0,04). Apenas o tempo de suplementação influenciou na anemia grave (p=0,009). Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes para as variáveis adesão ao suplemento e efeitos adversos. CONCLUSÕES: A dosagem diária recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria mostrou-se mais efetiva na prevenção da anemia em lactentes, quando comparada à dosagem utilizada pelo Ministério da Saúde. A dosagem semanal recomendada pelo programa do governo brasileiro precisa ser reavaliada para aumentar sua efetividade na prevenção de anemia em crianças atendidas em serviços públicos de saúde. Resumo em espanhol OBJETIVO: Evaluar la efectividad de esquemas, diario y semanal, de suplementación profiláctica de hierro medicamentoso en la prevención de anemia ferropriva en lactantes no anémicos. MÉTODOS: Estudio poblacional, prospectivo, de abordaje cuantitativo con intervención profiláctica, realizado en el municipio de Vinosa, Sureste de Brasil, en 2007/8. Fueron seleccionados 103 niños no anémicos, entre seis y 18 meses de edad, correspondiendo a 20,2% de los niños catas (mais) trados y atendidos por los Equipos de Salud de la Familia. Los niños fueron divididos en dos grupos de suplementación: dosificación diaria recomendada por la Sociedad Brasilera de Pediatría (grupo 1, n=34) y dosificación semanal establecida por el Ministerio de la Salud (grupo 2, n=69). Las evaluaciones ocurrieron en el inicio del estudio y posterior a seis meses, siendo realizadas dosificación de hemoglobina (b-homoglobinómetro portátil), evaluación antropométrica y dietética, y aplicación de cuestionario socioeconómico. Los indicadores de impacto utilizados fueron la prevalencia de anemia, variación de hemoglobina, adhesión y efectos adversos a los suplementos. RESULTADOS: Los grupos se mostraron homogéneos con relación a las variables socioeconómicas, biológicas y de salud anteriores a la intervención. Posterior a seis meses de suplementación, se observaron mayores promedios de hemoglobina en el grupo 1 con relación al grupo 2, (11,66; DP=1,25 e 10,95; DP=1,41, respectivamente, p=0,015); así como menores prevalencias de anemia (20,6% y 43,5%, respectivamente, p=0,04). Sólo el tiempo de suplementación influyó en la anemia grave (p=0,009). No fueron encontradas diferencias estadísticamente significativas para las variables adhesión al suplemento y efectos adversos. CONCLUSIONES: La dosificación diaria recomendada por la Sociedad Brasilera de Pediatría se mostró más efectiva en la prevención de la anemia en lactantes, al compararla con la dosificación utilizada por el Ministerio de la Salud. La dosificación semanal recomendada por el programa de gobierno brasilero precisa ser reevaluada para aumentar su efectividad en la prevención de anemia en niños atendidos en servicios públicos de salud. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the effectiveness of weekly and daily schemes of preventive supplementation with supplementary iron to prevent iron deficiency anemia in non-anemic infants. METHODS: A prospective population study with a quantitative approach and preventive intervention was performed in the city of Viçosa, Southeastern Brazil, in 2007-8. A total of 103 non-anemic children, aged between six and 18 months of age, were selected, corresponding to 20.2% of the children re (mais) gistered with and cared for by Equipes de Saúde da Família (Family Health Teams). Children were divided into two supplementation groups: daily dosage recommended by the Sociedade Brasileira de Pediatria (Brazilian Society of Pediatrics) (group 1, n=34) and weekly dosage recommended by the Brazilian Ministry of Health (group 2, n=69). Assessments were made in the beginning of the study and after six months, with hemoglobin dosage (portable ß-Hemoglobin-meter) and anthropometric and dietary assessments being performed and socioeconomic questionnaire applied. Impact indicators used were prevalence of anemia, hemoglobin variation, adherence to and side effects of supplements. RESULTS: Groups were homogeneous in terms of socioeconomic, biological and before-intervention health variables. After six months of supplementation, higher means of hemoglobin were found in group 1 than in group 2 (11.66; SD=1.25 and 10.95; SD=1.41, respectively, p=0.015); in addition to lower prevalences of anemia (20.6% and 43.5%, respectively, p=0.04). Only "supplementation time" influenced severe anemia (p=0.009). Statistically significant differences were not found for the "adherence to supplementation" and "side effects" variables. CONCLUSIONS: The daily dosage recommended by the Sociedade Brasileira de Pediatria was found to be more effective to prevent anemia in infants, when compared to the dosage used by the Ministry of Health. The weekly dosage recommended by the Brazilian government program needs to be reviewed to increase the effectiveness of prevention of anemia in infants cared for in public health services.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Caracterização e qualidade de frutos de umbu-cajá (Spondias tuberosa X S. mombin) provenientes do Recôncavo Sul da Bahia/ Characterization and quality of umbu-caja fruits (Spondias tuberosa X S. mombin) procceeding from the Southern Reconcavo in Bahia

Santos, Márcio Barros dos; Cardoso, Ricardo Luís; Fonseca, Antonio Augusto de Oliveira; Conceição, Milene do Nascimento
2010-12-01

Resumo em português O Recôncavo Sul da Bahia apresenta uma significativa riqueza de fruteiras nativas com grande potencial alimentício. Além de indicativos etnológicos sobre seus usos como alimento, pouco se conhece sobre elas, principalmente sobre sua composição bromatológica. A exemplos destas fruteiras, encontram-se os frutos do umbu-cajá (Spondias tuberosa X S. mombin) que são amplamente consumidos in natura ou na forma de produtos processados em quase todo o Brasil. Devido à c (mais) rescente aceitação de seus produtos e à incessante busca por novos sabores, as agroindústrias vêm despertando o interesse tanto para o mercado interno quanto para exportações. Entretanto, apesar do forte interesse comercial, poucos estudos foram efetuados na busca de respostas sobre a sua composição. Nesse sentido, este trabalho teve o objetivo de efetuar a caracterização física, físico-química e mineralógica dos frutos de umbu-cajá cultivados nas condições climáticas do Recôncavo Sul da Bahia. Foram realizadas análises de peso do fruto e da casca; tamanho e diâmetro; percentagem de casca, semente e polpa; pH; sólidos solúveis totais; acidez titulável; relação sólido solúveis/acidez (Ratio); índice tecnológico; açúcares (redutores, não redutores e totais); vitamina C; proteína; umidade; lipídios; fibra bruta; amido; e minerais (fósforo, ferro, cálcio, sódio e potássio). Os frutos apresentaram tamanho grande (23,18g) com rendimento considerável de polpa (69,70 %) e razoáveis valores de açucares (7,49 %), acidez (1,32 %), fibras (1,36 %), vitamina C (8 mg /100g) e minerais ( Na-40 mg /100g; K-44mg /100g; P-17,76mg /100g; Fé-0,59mg /100g; e Ca-12,25mg /100g), demonstrando ser uma alternativa para o mercado de frutas in natura, bem como para a agroindústria na região. Resumo em inglês The Southern Reconcavo in Bahia has a significant wealth of native plants with high nutritional potential. Besides ethnological indicative of their uses as food, little is known about them, especially on their chemical composition. As examples of these plants, it can be found fruits of (Spondias tuberosa X S. mombin) that are widely consumed fresh or as processed products all over Brazil. Due to the increasing pro acceptance of its products and the continuing search for n (mais) ew flavors, agro-industries have attracted the interest for both the domestic market and exportation. However, despite the strong commercial interest, few studies have been conducted in search for answers about its composition. Thus, this work aimed to make the physical, physical-chemical and mineralogical composition of unripe fruits of umbu-caja grown in the climatic conditions of the southern Recôncavo in Bahia. Analysis were performed of fruit and bark weight; size and diameter; percentage of bark, seeds and pulp; pH; soluble solids; acidity; soluble solid relationship acidity (ratio); the technology index; sugars (reducing and non reducing and total); vitamin C; protein; moisture; lipids; crude fiber; starch; and minerals (phosphorus, iron, calcium, sodium and potassium). The fruits have large size (23,18g), with considerable pulp yield (69,70 %), reasonable values of sugars (7,49 %), total acidity (1,32 %), fiber (1,36 %), vitamin C (8 mg /100g) and minerals ( Na-40 mg /100g; K-44mg /100g; P-17,76mg /100g; Fe-0,59mg /100g; and Ca-12,25mg /100g), proving to be an alternative to the market of fresh fruits and for agribusiness in the region.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Capacidade máxima de adsorção de fósforo relacionada a formas de ferro e alumínio em solos subtropicais/ Maximum phosphorus adsorption capacity as related to iron and aluminum forms in subtropical soils

Vilar, Cesar Crispim; Costa, Antonio Carlos Saraiva da; Hoepers, Allan; Souza Junior, Ivan Granemann de
2010-08-01

Resumo em português O P é um dos macronutrientes primários essenciais para a produção vegetal. Apesar de ser o menos absorvido pelas plantas, é o mais utilizado nas adubações nos solos das regiões tropicais e subtropicais úmidas. Isso ocorre porque o P tem grande interação com os óxidos de Fe e Al, abundantes nessas condições. O estudo dessas interações é importante para se conhecer melhor a relação entre os constituintes do solo e a adsorção de P. O objetivo deste traba (mais) lho foi avaliar como os componentes da fração argila antes e após a dissolução seletiva dos óxidos de Fe dos solos e alguns de seus atributos mineralógicos influenciam na capacidade máxima de adsorção de P (CMAP). Para isso, foram utilizadas 20 amostras da fração argila isolada do horizonte B de solos do Estado do Paraná, as quais foram caracterizadas em seus atributos químicos e mineralógicos. Nesses solos, a CMAP e a área superficial específica externa (ASE) foram determinadas na fração argila natural (CMAP, ASE) e desferrificada (CMAPd, ASEd). Os valores de CMAP não apresentaram tendência definida com a dissolução seletiva dos óxidos de Fe. Em 13 amostras, a CMAPd foi maior do que a CMAP. Na fração argila natural, os teores de Fe d variaram entre 25,89 e 108,79, e os de Al d, entre 6,69 e 30,09 g kg-1. As formas de Al livre (Al d) e de baixo grau de cristalinidade (Al o) apresentaram maiores coeficientes de correlação com a CMAP e com a CMAPd (r = 0,66 e 0,70, respectivamente). Entre os atributos químicos analisados, o P remanescente (Prem) pode ser utilizado na estimativa da CMAP. Resumo em inglês Phosphorus is among the macronutrients the least absorbed by plants. Nevertheless, the amount of P-containing fertilizers applied to humid tropical and subtropical soils in relatively high. The reason is the strong interaction between of P and Fe and Al oxides, which are abundant in these soils. The study of these interactions is fundamental to know more about the relations between phosphorus adsorption and soil constituents. The objective of this study was to evaluate ho (mais) w the minerals in the clay fraction, before and after selective dissolution of the iron oxides and of different soils and how some of their mineralogical properties affect the maximum phosphorus adsorption capacity (MPAC). For this purpose, chemical and mineralogical soil properties, were characterized in the clay fraction of the B-Horizons in 20 samples soil from the State of Paraná. In these soils the maximum phosphorus adsorption capacity (MPAC) and the external specific surface area (SSA) were determined in the clay fraction before (MPAC, SSA) and after (MPACd, SSAd) selective dissolution of the free iron oxides. No definite tendency of MPAC was observed with the selective dissolution of the iron oxides. The MPAC values were higher than the MPACd in seven and lower in 13 samples. In the clay fraction, Fe d levels ranged from 25.9 to 108.8 g kg-1; and Al d 6.7 to 30.1 g kg-1. The Al free (Al d) and poorly crystalline forms (Al o) were best correlated with MPAC and MPACd (r = 0.66 and 0.70, respectively). Among the chemical properties analyzed, remaining phosphorus (P-rem) can be used to estimate MPAC.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Resultado de intervenção nutricional em crianças e adolescentes com fibrose cística/ Results of nutritional intervention in children and adolescents with cystic fibrosis

Gaspar, Maria Cristina A.; Chiba, Sônia M.; Gomes, Clóvis E.T.; Juliano, Yara; Novo, Neil F.; Ancona-Lopez, Fabio
2002-04-01

Resumo em português Objetivo: poucos estudos têm verificado longitudinalmente a evolução do estado nutricional de pacientes com fibrose cística. O objetivo deste estudo foi acompanhar a evolução do estado nutricional, composição corporal e consumo de energia, macro e micronutrientes ingeridos por crianças e adolescentes, mediante intervenção nutricional, no Ambulatório de Fibrose Cística/Pneumologia Pediátrica, do Departamento de Pediatria da UNIFESP.Métodos: a casuística con (mais) stituiu-se de 18 pacientes, sendo 13 do sexo masculino e 5 do feminino, faixa etária de 0,3 a 18,4 anos. Realizaram-se 3 avaliações: no momento 1 (M1: pré-intervenção nutricional), no M2, após 6 meses, e no M3, após 12 meses. Foram analisados nos 3 momentos: o escore Z de peso/idade (P/I), peso/estatura (P/E) e estatura/idade (E/I) e o cálculo do registro alimentar de 3 dias. No M1 e M3, verificou-se a composição corporal (antropometria). A conduta nutricional foi hipercalórica, hiperprotéica e houve adequação de macro e micronutrientes.Resultados: observou-se aumento significante do escore Z de E/I (M1=-1,07; M2=-0,69; M3=-0,50) e de massa magra após a intervenção nutricional, sem melhora no escore Z de P/E e massa gorda. Verificou-se aumento no consumo energético nos M2 (139%) e M3 (132%) em relação ao M1 (106%). Houve considerável aumento no consumo de proteína, cálcio, ferro e vitamina C pelos pacientes. A presença de anemia ocorreu em 44,4% (8/18) dos pacientes.Conclusão: o aumento no escore Z de E/I e massa magra ocorreu devido a adequação no consumo de energia, após a intervenção nutricional. Não houve melhora significante no escore Z de P/E e massa gorda, em função do ganho de estatura e de massa magra. Resumo em inglês Objective: few studies have verified longitudinally the evolution of the nutritional status of patients with cystic fibrosis. The objective of this study is to follow the evolution of the nutritional status, body composition and energy consumption, macronutrients and micronutrients ingested by children and adolescents by means of nutritional interventions at the Clinic of Cystic Fibrosis/Pediatric Pneumology of the Department of Pediatrics of Universidade Federal de São (mais) Paulo. Methods: 18 patients were involved in this study, thirteen males and five females with ages ranging from 0.3 to 18.4 years. We performed three evaluations: evaluation 1 (M1- prenutritional intervention), M2 after 6 months, and M3 after 12 months. In these three instances we verified: the z score for weight/age, weight/height and height/age and the calculation of a 3-day diet record. We verified the body composition (anthropometry) in M1 and M3. The nutritional interventions were hypercaloric, hyperproteic, with adequate amount of ingested macronutrients and micronutrients.Results: we observed an increase in the z score for height/age (M1=-1.07; M2=-0.69; M3=-0.50) and fat-free mass after the nutritional interventions, without improvement in the z score for weight/height and fat mass. We verified an increase in the energy intake during M2 (139%) and M3 (132%) compared to M1 (106%). Remarkable increase in the intake of protein, calcium, iron and vitamin C by the patients was found. The occurrence of anemia was found in 44% (8/18) of the patients.Conclusion: the improvement of the z score in height/age and fat-free mass was probably due to the increase in energy consumption after the nutritional intervention. A significant improvement in the z score for weight/height and fat mass was not found, probably due to a gain in height and fat-free mass.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Uso de índices hematimétricos no diagnóstico diferencial de anemias microcíticas: uma abordagem a ser adotada?/ Are Red Blood Cells (RBC) indices valuable on differentiating microcytic anemias?: Differential diagnosis of microcytic anemia is a complex task, with considerable cost

MELO, MURILO REZENDE; PURINI, MARIA CRISTINA; CANÇADO, RODOLFO D.; KOORO, FERNANDO; CHIATTONE, CARLOS SÉRGIO
2002-09-01

Resumo em português O diagnóstico diferencial das anemias microcíticas é complexo e sua investigação laboratorial, de custo elevado. O uso de índices hematimétricos para racionalizar a abordagem diagnóstica tem sido proposto para contornar essa problemática. OBJETIVO: Avaliar a utilidade diagnóstica dos índices hematimétricos nas anemias microcíticas, de modo prospectivo, em hospital geral de alta complexidade. MÉTODOS: Foram analisados 2278 hemogramas realizados nos nossos ser (mais) viços. Baseados em eletroforese de hemoglobina e ferritina, estratificamos 52 pacientes adultos com anemia microcítica em três grupos: Anemia ferropriva (AF; n=26 pacientes), Beta-Talassemia Menor (BTM; n=17) e Anemia não-ferropriva e não-beta-Talassemia (ANFNT; n=9). Avaliamos o uso dos seguintes índices hematimétricos na discriminação dos três grupos, por análise de variância e curvas ROC: RBC, VCM, HCM, RDW, índices de England e de Green. RESULTADOS: Nenhum dos índices permitiu a separação integral dos três grupos. Determinamos valores de corte para cada um dos índices e calculamos sensibilidade (S), especificidade(E), valores preditivos positivo e negativo e eficácia, em função de sua melhor discriminação. A discriminação de BTM foi melhor realizada pelo RBC acima de 5 milhões/mL, com S=82,3% e E=82,8%; enquanto a anemia ferropriva, pelo RDW acima de 16%, mas com S de apenas 69,2% e E=80,7%. CONCLUSÕES: A anemia ferropriva apresenta difícil diagnóstico presuntivo pelos índices, devendo ser realizada confirmação laboratorial. Valores elevados de RBC em anêmicos devem fazer suspeitar de traço talassêmico, sendo recomendável confirmação diagnóstica. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate prospectively RBC indices as a diagnostic tool at a high complexity general hospital. METHODS: We analyzed 2278 blood cell counts from the core laboratory of our service and we found 343(15%) microcytic anemias. Concomitant serum samples were found from 52 patients above 14 years-old, and ferritin measurement and hemoglobin electrophoresis were performed. We classified our patients in three groups: Iron-deficiency anemia (AF; 26 patients), beta-thal (mais) assemia minor (BTM; n=17) and non-iron-deficiency-non-beta-thalassemia (ANFNT; n=9). We evaluated the following RBC indices for group discrimination, with variance and ROC curve analysis: RBC, MCV, MCH, RDW, England's index and Green's index. RESULTS: None of the indices allowed complete discrimination of all groups. We have established limits for each of the indices, and sensitivity (S), specificity(E), positive and negative predictive values and test efficiency were determined. BTM was better distinguished from the other groups by RBC (above 5 millions/mL) and England's index (

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Subpopulações dos reticulócitos e fração de reticulócitos imaturos como indicadores de aumento da eritropoese em doentes com anemia por deficiência de ferro/ Reticulocyte subpopulations and immature reticulocyte fractions as indicators of increased erythropoiesi in patients with iron deficiency anaemia

João, Ana R.; Pinto, Sandra; Costa, Elísio
2008-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho é o de estudar as subpopulações dos reticulócitos e a fração de reticulócitos imaturos (IFR) enquanto indicadores de atividade eritropoética em pacientes com anemia por deficiência de ferro e determinar o seu grau de correlação com os marcadores tradicionais de deficiência de ferro. Estudamos um total de 96 indivíduos, com idades compreendidas entre os 20 e os 86 anos, divididos em dois grupos: indivíduos controle (n=30) e indivídu (mais) os com anemia por deficiência de ferro (n=66). A todos eles foi efetuado hemograma completo, incluindo contagem de reticulócitos e os seus índices de maturação, ferro, transferrina, ferritina e capacidade total de fixação do ferro. Os indivíduos com anemia por deficiência de ferro mostraram um aumento da proporção de IFR quando comparados com o grupo controle (15.02 ± 9.70% vs 6.43 ± 3.98%, p Resumo em inglês The aim of this work is to investigate reticulocyte subpopulations and immature reticulocyte fractions as indicators of bone marrow erythropoietic activity in patients with iron-deficiency anemia and their correlations with traditional hematological and biochemical markers of iron deficiency. A total of 96 individuals, aged 20 to 86 years old, were included in this study. These individuals were divided into two groups: healthy controls (n=30) and iron-deficiency anemia (n (mais) =66). Complete blood counts including reticulocytes and their subpopulations, iron, ferritin and transferrin and total binding capacity were determined in all individuals. Patients with iron-deficiency anemia had an increased proportion of immature reticulocyte fractions when compared with controls (15.02 ± 9.70% vs. 6.43 ± 3.98%, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Prevalência e fatores associados à deficiência de ferro em lactentes atendidos em um centro de saúde-escola em Belém, Pará, Brasil/ Prevalence and factors associated with iron deficiency in infants treated at a primary care center in Belém, Pará, Brazil

Neves, Márcia Bitar Portella; Silva, Edina Mariko Koga da; Morais, Mauro Batista de
2005-12-01

Resumo em português Determinar a prevalência de deficiência de ferro e fatores associados em lactentes. Neste estudo transversal, foram estudados 365 lactentes atendidos em um centro de saúde-escola, em Belém, Pará, Brasil. Anemia ferropriva (hemoglobina 11g/dl e ferritina 11g/dl e ferritina > (mais) 12µg/l), em 18,1%. Em 12,5% dos lactentes, não incluídos na avaliação dos fatores associados com a deficiência de ferro, encontraram-se hemoglobina 12µg/l. Os resultados do modelo de regressão logística mostraram associação entre deficiência de ferro (ferritina Resumo em inglês The objective was to verify the occurrence of iron deficiency and associated factors in infants. This cross-sectional study included 365 infants (defined here as 6-24 months of age) treated at a primary care center in Belém, Pará, Brazil. Iron-deficiency anemia (hemoglobin (mais) and ferritin

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Prevalência e fatores associados à deficiência de ferro em lactentes atendidos em um centro de saúde-escola em Belém, Pará, Brasil/ Prevalence and factors associated with iron deficiency in infants treated at a primary care center in Belém, Pará, Brazil

Neves, Márcia Bitar Portella; Silva, Edina Mariko Koga da; Morais, Mauro Batista de
2005-12-01

Resumo em português Determinar a prevalência de deficiência de ferro e fatores associados em lactentes. Neste estudo transversal, foram estudados 365 lactentes atendidos em um centro de saúde-escola, em Belém, Pará, Brasil. Anemia ferropriva (hemoglobina 11g/dl e ferritina 11g/dl e ferritina > (mais) 12µg/l), em 18,1%. Em 12,5% dos lactentes, não incluídos na avaliação dos fatores associados com a deficiência de ferro, encontraram-se hemoglobina 12µg/l. Os resultados do modelo de regressão logística mostraram associação entre deficiência de ferro (ferritina Resumo em inglês The objective was to verify the occurrence of iron deficiency and associated factors in infants. This cross-sectional study included 365 infants (defined here as 6-24 months of age) treated at a primary care center in Belém, Pará, Brazil. Iron-deficiency anemia (hemoglobin (mais) and ferritin

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Micropropagação de framboeseira em diferentes concentrações de ferro/ Adjustment of the iron concentration in the culture medium to raspberry micropropagation

Oliveira, Roberto Pedroso de; Rocha, Paulo Sérgio Gomes da; Gularte, Vanessa Flores; Scivittaro, Walkyria Bueno
2010-12-01

Resumo em português Objetivou-se otimizar a micropropagação das cultivares 'Heritage' e 'Batum' de framboeseira, ajustando-se a concentração de ferro do meio de cultura. Os tratamentos, avaliados durante a fase de multiplicação dos explantes, consistiram em modificações do meio MS quanto à concentração de ferro (0, 25, 50 e 75mg L-1 de FeSO4.7H2O). Foram realizados três subcultivos de 45 dias, sob condições ambientais de 25±4°C, 20µE m-2 s-1 e fotoperíodo de 16 hor (mais) as. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado, em um bifatorial (duas cultivares x quatro doses de FeSO4.7H2O), com quatro repetições, sendo as unidades experimentais constituídas por um frasco contendo cinco explantes de 8-10mm com três a quatro gemas. Independentemente da concentração de ferro do meio de cultura, a 'Heritage' apresentou maior número médio de brotos por explante (6,9), proporcionando a produção de 501,1 plantas em três subcultivos, enquanto que a 'Batum' apresentou número de brotos de 6,0 e produção de 306,3 plantas. A concentração ideal de FeSO4.7H2O no meio de cultura para multiplicação in vitro dos explantes foi de 43,4mg L-1, para a 'Heritage', e de 43,1mg L-1, para a 'Batum'. Resumo em inglês The aim of this research was to optimize the micropropagation of 'Heritage' and 'Batum' raspberries, adjusting the iron concentration in the culture medium. The treatments were evaluated during the explant multiplication, using MS medium modified in FeSO4.7H2O concentration (0, 25, 50 and 75mg L-1). The experiment was carried out during three subcultures of 45 days under 25±4°C, 20µE m-2 s-1 and photoperiod of 16 hours. The experimental design was a factorial (mais) entirely randomized (two cultivars x four FeSO4.7H2O concentrations) with four replications. The experimental unit consisted of a flask with five explants (8-10mm diameter with three to four shoots). Independently of the iron concentration in the culture medium, 'Heritage' showed the highest number of shoots per explant (6.9) providing the production of 501.1 plants in three subcultures, while 'Batum' showed 6.0 shoots per explant and production of 306.3 plants. The best FeSO4.7H2O concentration in culture medium for explant multiplication was 43.4mg L-1 for 'Heritage' and 43.1mg L-1 for 'Batum'.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Influência da mineralogia dos sedimentos das bacias hidrográficas dos rios Mogi-Guaçu e Pardo na composição química das águas de abastecimento público/ Mineral influence on chemical composition of drinking water supply from Mogi-Guaçu and Pardo rivers

Lemes, Marcos José de Lima; Figueiredo Filho, Paulo Miranda; Pires, Maria Aparecida Faustino
2003-01-01

Resumo em inglês This work studied bottom sediment from catchment area of 13 stations of water treatment of Mogi-Guaçu and Pardo river basins, through identification of mineralogical matrix and its correlation with potential bioavailable metal concentrations. The main clay minerals present were kaolinite and illite. The values of iron and manganese grades were derived from reddish-purple soil, which is rich of such elements. They had higher values on areas with weak vegetation cover comp (mais) ared with other areas linked with more vegetation density. Higher values of calcium at Campestrinho station (IG 69) were associated to occurrence by weathering of calcium feldspars markedly present on regional porphiritic acid rocks. The concentrations of phosphorous are characteristically high on areas near urbanized regions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Estado nutricional e consumo alimentar de adolescentes de um centro de juventude da cidade de São Paulo/ Nutritional status and food consumption of adolescents registered at a center of youth from the city of São Paulo, Brazil

Garcia, Giorgia Christina Barbosa; Gambardella, Ana Maria Dianezi; Frutuoso, Maria Fernanda Petrole
2003-01-01

Resumo em português Foram avaliados o estado nutricional e o consumo alimentar de 153 adolescentes dos sexos masculino e feminino, com média de idade de 11,90 ± 1,26 anos, de baixo nível socioeconômico, matriculados em um Centro de Juventude da cidade de São Paulo. Para a classificação do estado nutricional foram utilizados como pontos de corte os percentis da distribuição de Índice de Massa Corporal por idade e sexo. Aplicou-se recordatório de 24 horas, com auxílio do álb (mais) um de registros fotográficos, para estimar o consumo alimentar. Calculou-se o Índice de Qualidade Nutricional para cálcio e ferro. As médias dos valores de energia, proteína, carboidrato, lipídios, cálcio, ferro e colesterol foram de 1953kcal, 69g, 264g, 69g, 517mg, 10mg e 329mg, respectivamente. Com relação ao estado nutricional, 78,4% dos adolescentes encontravam-se na faixa de normalidade, 11,8% apresentavam risco de sobrepeso, 7,8% estavam com sobrepeso e 2,0% tinham baixo peso. Detectou-se consumo insuficiente de cálcio, especialmente entre as meninas (98,4%), que também apresentaram maior proporção de qualidade da dieta "pobre" e "regular" em ferro (73,8%). Resumo em inglês This paper evaluated the nutritional status and the food consumption of 153 adolescents (males and females), with a median age of 11.9 years (±1.26), and with low socioeconomic level, registered at a Center of Youth from the city of São Paulo. To evaluate the nutritional status, cutoff points based on percentiles of the distribution of Body Mass Index for age and sex were adopted. A 24-hour recall, with an album of photographic registers, was applied to estimate t (mais) he food consumption. The Nutritional Quality Index for calcium and iron was calculated. The average values of energy, protein, carbohydrate, lipids, calcium, iron and cholesterol were 1953kcal, 69g, 264g, 69g, 517mg, 10mg and 329mg, respectively. According to the assessment of the nutritional status, 78.4% of the adolescents were within the range of normality, 11.8% presented overweight risk, 7.8% were overweight and 2.0% had low weight. Insufficient calcium consumption was detected, especially among girls (98.4%), who had also presented unsatisfactory quality of diet in iron (73.8%).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Estado nutricional e adequação da ingestão de energia e nutrientes em pacientes com insuficiência cardíaca/ Nutritional status and adequacy of energy and nutrient intakes among heart failure patients/ Estado nutricional y adecuación de la ingesta de energía y nutrientes en pacientes con insuficiencia cardiaca

Lourenço, Bárbara Hatzlhoffer; Vieira, Lis Proença; Macedo, Alessandra; Nakasato, Miyoko; Marucci, Maria de Fátima Nunes; Bocchi, Edimar Alcides
2009-11-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Maior conhecimento sobre o estado nutricional e a ingestão de energia e nutrientes é necessário para auxiliar no tratamento de pacientes com insuficiência cardíaca (IC). OBJETIVO: Verificar o estado nutricional e analisar a adequação da ingestão de energia, macro e micronutrientes de pacientes com IC em atendimento ambulatorial. MÉTODOS: Foram coletados dados antropométricos e de ingestão alimentar habitual de 125 pacientes (72% homens, 52,1± (mais) 9,8 anos, IMC 26,9±4,4 kg/m²). As variáveis antropométricas foram comparadas entre os sexos, e analisou-se a adequação da ingestão de energia e nutrientes perante as recomendações. RESULTADOS: Depleção ou risco de depleção das reservas musculares estava presente em 38,4% dos pacientes (associação com sexo masculino; p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Para ayudar en el tratamiento de pacientes con insuficiencia cardiaca (IC) es necesario un mayor conocimiento sobre el estado nutricional y la ingesta de energía y nutrientes. OBJETIVO: Verificar el estado nutricional y analizar la adecuación de la ingesta de energía, macro y micronutrientes de pacientes con IC en atención ambulatoria. MÉTODOS: Se recolectaron datos antropométricos y de la ingesta alimentaria habitual de 125 pacientes (72% hombres, 52,1& (mais) plusmn;9,8 años, IMC 26,9±4,4 kg/m²). Se compararon las variables antropométricas de ambos sexos y se analizó la adecuación de la ingesta de energía y nutrientes frente a las recomendaciones. RESULTADOS: En el 38,4% de los pacientes (asociación con sexo masculino; p Resumo em inglês SUMMARY: Increased knowledge about nutritional status and energy and nutrient intakes is required to improve the treatment of patients with heart failure (HF). OBJECTIVES: To verify the nutritional status and evaluate the adequacy of energy, macronutrient and micronutrient intakes in patients with HF in outpatient clinical settings. METHODS: We collected anthropometric and habitual dietary intake data of 125 patients (72% men, 52.1 ± 9.8 years, BMI 26.9 ± 4. (mais) 4 kg/m2). Anthropometric variables were compared between genders, and the adequacy of energy and nutrient intakes was analyzed according to current recommendations. RESULTS: Muscle depletion or risk of depletion was present in 38.4% of patients (association with male gender, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Estado nutricional e absorção intestinal de ferro em crianças com doença hepática crônica com e sem colestase/ Nutritional status and intestinal iron absorption in children with chronic hepatic disease with and without cholestasis

Mattar, Regina Helena Guedes da Motta; Azevedo, Ramiro Anthero de; Speridião, Patricia Graça Leite; Fagundes Neto, Ulysses; Morais, Mauro Batista de
2005-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a ingestão alimentar, a ocorrência de desnutrição energético-protéica e de anemia e a absorção intestinal de ferro em crianças com doença hepática crônica. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudados 25 pacientes com doença hepática crônica, sendo 15 com colestase e 11 sem colestase. A idade variou entre 6,5 meses e 12,1 anos. A absorção intestinal de ferro foi avaliada pela elevação do ferro sérico uma hora após a ingestão de 1 mg/kg d (mais) e ferro elementar e pela resposta à ferroterapia oral. A absorção intestinal de ferro foi comparada com um grupo de crianças com anemia ferropriva. RESULTADOS: A ingestão média de energia e proteínas nos pacientes com doença hepática com colestase foi maior do que nos pacientes sem colestase. O déficit nutricional foi mais grave nos pacientes com colestase, predominando os déficits de estatura-idade e peso-idade. A anemia foi freqüente tanto nas crianças com doença hepática com colestase (11/14; 78,6%) como nas sem colestase (7/11; 63,6%). Na doença hepática com colestase, observou-se menor (p Resumo em inglês OBJECTIVES: to evaluate food intake, occurrence of energy-protein malnutrition and anemia, and intestinal iron absorption in children with chronic liver disease. METHODS: The study included 25 children with chronic liver disease, 15 with cholestasis and 11 without cholestasis. The age varied between 6.5 months and 12.1 years. Intestinal iron absorption was evaluated by the increment of serum iron one hour after the ingestion of 1 mg/kg of elemental iron and by the respons (mais) e to oral iron therapy. Iron intestinal absorption was compared to a group with iron deficiency anemia (without liver disease). RESULTS: The mean intake of energy and protein in the cholestatic group was higher than in patients without cholestasis. The nutritional deficit was more severe in cholestatic patients, especially with regard to height-for-age and weight-for-age indices. Anemia was found in both cholestatic group (11/14; 78.6%) and noncholestatic group (7/11; 63.6%). The cholestatic group presented lower (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Elastografia hepática transitória: um método não invasivo para avaliação da fibrose em doentes com hepatite C crónica/ Transitory hepatic elastography: A non invasive method to evaluate fibrosis in chronic HCV patients

Serejo, F.; Marinho, R.; Velosa, J.; Costa, A.; Moura, M. Carneiro de
2007-01-01

Resumo em português A biopsia hepática é o melhor método para avaliar a fibrose, mas é invasivo e não isento de complicações. Objectivos: Verificar o interesse da elastografia hepática transitória na monitorização da gravidade histológica em doentes com hepatite C crónica. Métodos: Foram estudados 214 doentes com hepatite C crónica, 134 homens e 70 mulheres, idade média 47,4 ± 11,6 anos e 26 indivíduos considerados saudáveis, com provas hepáticas normais, serviram de cont (mais) rolos. Nas biopsias hepáticas foi utilizado o Índice de Actividade Histológico (IAH) de Knodell / Peter Scheuer: 154 com estádio F0/F2; 50 com F3/F4. O valor normal da elastografia hepática transitória (Fibroscan®, Echosens, Paris, França) foi de 4,5 kPa (3,30 - 5,69). Resultados: A elastografia hepática diferenciou os diversos estádios de fibrose: F0/1 - 4,92 kPa (4,21-6,17) vs F2/3/4 - 6,81 kPa (5,14-15,95), p =0,006; F0,1,2 - 5.90 kPa (4,85 - 7,25) vs F3/F4 - 12,55 kPa (9,10-16,24), p =0,001; na cirrose hepática (F4) - 13.75 kPa (11,44-27,05), p =0,001.Utilizando as curvas de ROC foram optimizados os pontos de corte para diferenciar os estádios de fibrose em 60 doentes com biopsia hepática concomitante e com mais de 10 espaços porta estudados: F≥2 - 5,43 (AUC- 0,79; Se- 0,78; esp- 0,67; VPP- 0,98; VPN- 0,25); F≥3 - 8,18 (AUC- 0,96; se- 0,95; esp- 0,93; VPP- 0,87; VPN- 0,97); F4- 10,08 (AUC- 0,98; se- 0,93; esp- 0,93; VPP- 0,82; VPN- 0,98). Verificou-se uma correlação significativa entre a elastografia hepática e o IAH (P Resumo em inglês Liver biopsy is the current "gold standard" for evaluating liver fibrosis but it is an invasive procedure, unsuitable for monitoring disease progression. Aims: To evaluate the interest of hepatic elastography for assessment and monitoring of liver fibrosis in chronic HCV patients. Methods: 214 chronic hepatitis C patients, 134 male and 70 female, mean age 47.4 ± 11.6 years and 26 healthy individuals with normal liver function tests served as controls, were included in th (mais) e study. Histological activity index (HAI) was graded according Knodell / Peter Scheuer: 154 patients F0/2; 50 patients F3/4. Liver stiffness was measured using Fibroscan® (Echosens, Paris, France). The median in 25 controls was 4.5 kPa (3.30 - 5.69) and was correlated with clinical and laboratorial data. Results: A significant correlation was found between liver stiffness and HAI (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Crescimento de lactentes não-anêmicos suplementados com diferentes doses profiláticas de ferro/ Growth in non-anemic infants supplemented with different prophylactic iron doses

Silva, Danielle G. da; Franceschini, Sylvia do C. C.; Sigulem, Dirce M.
2008-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Comparar os efeitos de diferentes doses profiláticas de ferro sobre o crescimento e estado nutricional de lactentes não-anêmicos. MÉTODOS: Estudo do tipo prospectivo e randomizado. Lactentes de 5,0 a 6,9 meses de vida que atenderam aos critérios de inclusão e apresentaram hemoglobina capilar ≥ 11 g/dL foram alocados randomicamente em três grupos com doses profiláticas de suplemento de ferro (sulfato ferroso) de 1 mg/kg/dia (n = 39), 2 mg/kg/dia (n (mais) = 36) e 25 mg/semana (n = 39). A suplementação durou 16 semanas. Foram avaliados peso e comprimento. O estado nutricional foi avaliado por meio dos escores z do peso/idade, comprimento/idade e peso/comprimento com base na referência da Organização Mundial da Saúde (2006). Os dados de morbidade foram obtidos durante as visitas mensais. RESULTADOS: Antes da suplementação, os grupos apresentaram similar estado nutricional. Não houve diferença entre os grupos na ingestão diária de nutrientes. Durante o estudo, o ganho de peso, o ganho de comprimento e os incrementos nos índices antropométricos não diferiram estatisticamente entre os grupos suplementados. A ocorrência e duração dos episódios de morbidade não diferiram estatisticamente entre os grupos. De modo geral, observaram-se melhorias nos índices peso/idade e peso/comprimento na população estudada, porém o comprimento/idade não apresentou diferenças antes e após a suplementação. CONCLUSÃO: As diferentes doses profiláticas de ferro não exerceram efeito diferenciado sobre o crescimento e estado nutricional dos lactentes não-anêmicos. Resumo em inglês OBJECTIVE: To compare the effects of different prophylactic iron doses on the growth and nutritional status of non-anemic infants. METHODS: Prospective randomized study. Infants aged 5.0 to 6.9 months who met the inclusion criteria and showed capillary hemoglobin ≥ 11 g/dL were randomly allocated into three groups who received the following prophylactic doses of iron supplement (ferrous sulfate): 1 mg/kg/day (n = 39); 2 mg/kg/day (n = 36); and 25 mg/week (n = 39). T (mais) his supplementation was given during 16 weeks. Both weight and length were measured. The nutritional status was evaluated by comparing z scores for weight/age, length/age and weight/length based on the World Health Organization (2006) references. Morbidity information was collected during monthly visits. RESULTS: The groups showed similar nutritional status before supplementation. There were no differences in daily nutrient intake among groups. During the study, weight and length gain, and increments in anthropometric indices did not differ statistically among supplemented groups either. The occurrence and duration of morbidity episodes did not differ statistically among groups. In general, improvements were observed in both weight/age and weight/length indices in the population under study, whereas length/age showed no differences before and after supplementation. CONCLUSION: Different prophylactic iron doses had no different effects on the growth and nutritional status of non-anemic infants.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Aspectos clínicos e o hemograma em crianças expostas ao HIV-1: comparação entre pacientes infectados e soro-reversores/ Clinical aspects and complete blood counts in children exposed to HIV-1: comparison between infected patients and seroreverters

Silva, Elianete B.; Grotto, Helena Z.W.; Vilela, Maria Marluce S.
2001-12-01

Resumo em português OBJETIVO: analisar evolutivamente aspectos clínicos e hematológicos de crianças expostas à transmissão vertical do HIV-1 e comparar as que se infectaram com aquelas que não se infectaram, ou soro-reversoras. MÉTODOS: trata-se de estudo prospectivo, descritivo, longitudinal. Foram analisadas 79 crianças, filhas de mães infectadas pelo HIV-1, sob seguimento entre março de 1996 a novembro de 1997, no Ambulatório de Imunodeficiência do Hospital de Clínicas da Uni (mais) camp. RESULTADOS: houve comprometimento pôndero-estatural em ambos os grupos, sendo maior nos soro-reversores. No grupo das crianças infectadas, 23 mães não fizeram terapia com AZT na gestação, 16 pacientes (61,5%) foram amamentados ao seio, quatro foram classificadas na categoria clínica N, sete na A, e 15 na B. Manifestações clínicas antes de um ano de idade ocorreram em 18 lactentes (69,2%). Anemia se manifestou em 73,1% das crianças infectadas, e em 41,5% das com soro-reversão (P Resumo em inglês OBJECTIVE: to analyze the evolution of clinical and hematological aspects of children exposed to the vertical transmission of HIV-1, comparing infected patients with uninfected ones or seroreverters. METHODS: prospective, descriptive, longitudinal study. We analyzed 79 children born from HIV-1 infected mothers, under clinical follow up from March, 1996 until November, 1997, at the Immunodeficiency division of the Hospital de Clínicas da Unicamp (State University Hospital (mais) of Campinas). RESULTS: failure to thrive was observed in both groups, but was greater among seroreverters. Among the infected children, 23 mothers did not use AZT during pregnancy, 16 of them (61.5%) had been breastfed, four were classified into clinical category N, seven into A and fifteen into B. Clinical manifestations in patients younger than one year were seen in 18 infected children (69.2%). Anemia was observed in 73.1% of the infected group and in 41.5% of the seroreverters (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)